WorldWideScience

Sample records for mulheres atendidas pelo

  1. ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS ASSOCIADAS A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVIRUS HUMANO EM MULHERES ATENDIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilly de Oliveira Silva

    2016-01-01

    Full Text Available O Papilomavírus Humano (HPV é atualmente a principal causa de virose sexualmente transmissível, sendo sua principal consequência o câncer de colo de útero. Neste contexto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações citológicas em mulheres atendidas em um hospital. Tratou-se de uma pesquisa do tipo quantitativa, de caráter documental, composta por 198 mulheres que apresentaram lesão devido à infecção pelo HPV e atendidas no Hospital Alpheu de Quadros. Os dados foram coletados por meio de registros arquivados no computador do hospital. Das mulheres infectadas pelo HPV, 66,7% tinham entre 20 e 39 anos e das que relataram sua iniciação sexual 61,6% tinham entre 16 e 20 anos. A maioria dessas mulheres foi diagnosticada com lesão intraepitelial de alto grau (HSIL seja na citologia ou na biópsia. O resultado pós Cirurgia de Alta Frequência apresentou-se positivo, pois houve diminuição de HSIL das mulheres. Ações de saúde pública podem prevenir a incidência e mortalidade pelo câncer de colo de útero quase que totalmente, desde que o planejamento destas ações esteja em concordância com o conhecimento científico atual.

  2. Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Bezerra da Silva Cruz

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP sua associação com transtorno mental comum (TMC nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questionário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20, para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS, para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa. RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75. As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03. CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP.PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD and its association with minor mental disorders (MMD among women attended in two (FHP PSF units

  3. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    OpenAIRE

    Diniz, Normélia Maria Freire; Gesteira, Solange Maria dos Anjos; Lopes, Regina Lúcia Mendonça; Mota, Rosana Santos; Pérez, Bárbara Angélica Gómez; Gomes, Nadirlene Pereira

    2011-01-01

    Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gra...

  4. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  5. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gravidez atual, sendo este o motivo do aborto para 67% delas. Conclui-se que existe uma associação entre a vivência de violência doméstica e o aborto provocado. Isso repercute na saúde mental das mulheres, que desenvolvem sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. Necessita-se, portanto, de um olhar por parte dos profissionais de saúde de modo a identificar a violência doméstica enquanto agravo e associá-la ao aborto provocado, o que requer transformação no modelo de formação, incorporando a violência doméstica como objeto da saúde.

  6. Uso de condom feminino por mulheres infectadas pelo HIV Female condom use among HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jarbas Magalhães

    2003-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a aceitabilidade, a adesão e a experiência com o uso de condom feminino (CF entre mulheres infectadas pelo HIV. MÉTODO: estudo descritivo prospectivo com 76 mulheres infectadas pelo HIV atendidas no CAISM/UNICAMP e no Centro Corsini de Campinas. Após entrevista de triagem e concordando em participar, as voluntárias receberam calendário para registro das relações sexuais e uso de condom masculino (CM. Após 30 dias, compareceram à visita de treinamento com colocação do CF em modelo pélvico, trazendo o diário do ciclo anterior, considerado controle. Aplicou-se questionário estruturado após 30, 60 e 90 dias, recolhendo-se sempre o diário de registro das relações sexuais e uso de CF ou CM. Usaram-se os testes de c², exato de Fisher, McNemar e Friedman para amostras emparelhadas na análise estatística. RESULTADOS: predominaram as mulheres jovens, de baixa escolaridade, que moravam com o parceiro. Observou-se taxa de continuidade de uso de 52%, ao longo de 90 dias. O uso de CF, em metade das relações sexuais em cada período de estudo, permaneceu estável nos 90 dias. Houve significativa diminuição da proporção média das relações sexuais desprotegidas (de 14% para 6%, sem uso de CM ou CF, aos 90 dias. As dificuldades iniciais no manuseio do CF foram superadas com o tempo. Os casais sorodiscordantes tiveram maior proporção de relações protegidas que os casais soroconcordantes, porém a diferença não foi significativa. As mulheres que relataram uso prévio consistente de CM apresentaram número significantemente maior de relações protegidas com CF. CONCLUSÕES: a oferta do CF foi capaz de reduzir as relações sexuais desprotegidas entre mulheres infectadas pelo HIV, que se mostraram motivadas e receptivas a este método.PURPOSE: to evaluate acceptability, adhesion and experience with the use of female condom (FC among HIV-infected women. METHODS: prospective descriptive study with 76 HIV

  7. Transtornos mentais comuns e uso de psicofármacos em mulheres atendidas em unidades básicas de saúde em um centro urbano brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Longo Borges

    2015-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC em mulheres atendidas em unidades de atenção básica em um centro urbano brasileiro, assim como o impacto desses transtornos sobre a qualidade de vida (QV, a associação de fatores sociodemográficos a TMC e QV e a prevalência de uso e padrão de utilização de psicofármacos na amostra estudada. MÉTODOS: Nesta pesquisa quantitativa, transversal e correlacional-descritiva, uma amostra estratificada de 365 mulheres foi entrevistada entre maio de 2012 e janeiro de 2013 em cinco unidades básicas de saúde brasileiras. Foram utilizados questionários sociodemográfico e farmacoterapêutico; questionário de autorrelato SRQ-20 para estimar a prevalência de transtornos mentais comuns; e escala de qualidade de vida WHOQOL-bref. Para avaliar o impacto dos TMD na QV, foram utilizados o teste t e modelos de regressão linear. Utilizou-se o teste do qui-quadrado para verificar associações entre TMC e variáveis ​​sociodemográficas. A análise do consumo de psicofármacos foi descritiva. RESULTADOS: A prevalência de TMC foi de 44,1% e a de consumo de psicofármacos de 27,1%. Apenas 5,6% das participantes do estudo tinham registro de diagnóstico psiquiátrico no prontuário. Os psicofármacos eram usados por 41,6% das entrevistadas positivas para TMC e 15,7% das negativas para TMC. Não houve associação entre TMC e variáveis sociodemográficas. Houve associação estatisticamente significativa entre TMC e QV. As mulheres positivas para TMC apresentaram pior QV. Não houve influência de fatores sociodemográficos sobre esse resultado. CONCLUSÕES: Mais atenção é necessária ao padrão de uso e prescrição de psicofármacos na atenção básica. As pacientes com TMC apresentaram prejuízo funcional, evidenciado por escores de QV significativamente menores. A ausência de influência dos fatores sociodemográficos sobre os resultados parece corroborar a proposi

  8. Toxoplasmose: soroprevalência em puérperas atendidas pelo Sistema Único de Saúde Toxoplasmosis: seroprevalence in postpartum women attended by SUS (Brazilian Public Health System

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Dutra Leão

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: estabelecer a taxa de soroprevalência para toxoplasmose em puérperas atendidas pelo SUS, em duas maternidades de Cuiabá, buscando relacioná-la à idade, antecedentes de abortamento e ao conhecimento desta doença pelas mulheres. MÉTODOS: trata-se de estudo de corte transversal, sendo a amostra constituída por 205 mulheres, com idade entre 14 e 43 anos, no primeiro ou segundo dias de puerpério, atendidas nestes hospitais durante dois meses. Cada mulher foi entrevistada através de um pequeno questionário e submetida à coleta de amostra de sangue periférico. Estas amostras foram armazenadas a 20°C até serem analisadas. A soroprevalência foi determinada, quantitativamente, pela detecção de imunoglobulina G específica contra toxoplasma, através de um método imunoenzimático indireto. Todas as amostras foram analisadas ao mesmo tempo. RESULTADOS: a média de idade das pacientes foi de 22,4 anos, tendo em média 2,2 gestações, sendo a maioria primigestas. A soropositividade para toxoplasma foi detectada em 165 (70,7% das 205 puérperas estudadas. Não se identificou associação significante entre soropositividade para toxoplasmose e a idade das mulheres (p = 0,967 ou o abortamento prévio (p = 0,82. A maioria das mulheres incluídas neste estudo desconhecia a existência da toxoplasmose (78% e não se identificou associação significante entre este aspecto e maior soroprevalência contra a doença (p = 0,49. CONCLUSÕES: esta alta prevalência encontrada é concordante com muitos estudos nacionais e estrangeiros. Permanece, entre o grupo de mulheres incluídas neste estudo, um importante contingente delas (29,3% sob risco de contaminação. A ausência de associação significante entre soroprevalência e a idade das pacientes, relato de abortamento prévio e conhecimento ou não da doença é concordante com alguns estudos e discordante de outros.OBJECTIVE: to establish the rate of toxoplasmosis soroprevalence in

  9. Largada pelo marido! O estigma vivido por mulheres em Tianguá-CE

    OpenAIRE

    Moreira, Virginia; Guedes, Dilcio

    2007-01-01

    Este artigo descreve um estudo sobre a vivência de rompimento do casamento de mulheres deixadas por seus maridos. Teve como objetivo compreender como mulheres de Tianguá - CE - Brasil vivenciavam a ruptura da relação, descrevendo os fatores reconhecidos como agentes do rompimento da relação amorosa. A partir da experiência vivida morando em Tianguá, nossa hipótese era que essas mulheres vivenciavam o rompimento como uma experiência estigmatizada de desestruturação de sua vida pessoal. Utiliza...

  10. Behavior assessment of women attending a sexually transmitted disease clinic in Vitória, Brazil Práticas comportamentais em mulheres atendidas em clínica de doenças sexualmente transmissíveis em Vitória, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelica Espinosa Miranda

    2012-04-01

    Full Text Available BACKGROUND: Studies about sexual risk behaviors can provide information to support design strategies to control the spread of HIV infection. OBJECTIVE: To assess sexual risk behaviors among women attending a sexually transmitted diseases clinic in Vitória, Brazil. METHODS: A cross-sectional study was performed among women attending an STD/AIDS reference center. Enrolled participants were interviewed and provided a blood sample to determine HIV status. RESULTS: A total of 276 women participated. among 284 selected; 109 (39.5% were HIV-positive and 167 (60.5% HIV-negative. Median age was 31 years (interquartile range (IQR24-36 and 69% of women were between 18 and 34 years of age. Women reported high access to information about STD (87% and AIDS (90% but information about sexuality was less common (55%. HIV-positive women asked their partners to use condoms more often than HIV-negatives (31% vs. 5%, p=0.02, and were more likely to have used a condom at last intercourse (65% vs. 33%, pFUNDAMENTOS: Estudos sobre comportamentos sexuais de risco fornecem informações para programar estratégias para o controle da expansão da infecção pelo HIV/AIDS. OBJETIVO: Avaliar os comportamentos de risco sexual entre mulheres atendidas em clínica de doenças sexualmente transmissíveis em Vitória, Brazil. MÉTODOS: Estudo de corte-transversal foi realizado com mulheres atendidas no Centro de Referência para DST/Aids. As pacientes selecionadas foram entrevistadas e autorizaram a coleta de uma amostra de sangue para determinar sorologia para HIV. RESULTADOS: Um total de 276 mulheres participou, entre as 284 selecionadas; 109 (39,5% eram HIV-positivas e 167 (60,5% HIV-negativas. A mediana de idade foi 31 anos (distância interquartil 24-36 e 69% das mulheres tinham entre 18 e 34 anos de idade. As mulheres relataram alto grau de acesso a informações sobre doenças sexualmente transmissíveis (87% e Aids (90%, mas as informações sobre saúde sexual foram

  11. Transtornos mentais em comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família Mental disorders in a community assisted by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Maffasioli Gonçalves

    2008-07-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo é estimar a prevalência de transtornos mentais de humor, ansiedade e somatização (THAS utilizando o Self-Reporting Questionnaire-20 Itens (SRQ-20 em comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família (PSF em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Objetivo secundário é verificar a associação de THAS com variáveis demográficas. Todos os moradores da área do PSF avaliada maiores de 14 anos foram convidados a participar. A amostra total analisada foi composta de 1.122 indivíduos. A prevalência encontrada de THAS foi de 38% (IC95%: 35,12-40,88. Sexo feminino, baixa escolaridade e situação ocupacional desfavorável mostraram associação independente com THAS. A alta prevalência de THAS na área estudada demonstra a importância destes transtornos em termos de saúde pública, e pode trazer alguma contribuição para o entendimento da alta incidência de mortalidade por suicídio verificada em Santa Cruz do Sul na última década (4,66 vezes maior que a incidência nacional. Incluir o tema saúde mental nas metas e prioridades do PSF no Brasil é muito importante.The first objective of this study was to estimate the prevalence of mood, anxiety, and somatoform disorders (MASD using the screening tool Self-Reporting Questionnaire-20 Items (SRQ-20 in a community assisted by the Family Health Program (FHP in Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil. The second goal was to verify associations between demographic variables and MASD. We invited all residents > 14 years of age to participate. The total sample consisted of 1,122 subjects. MASD prevalence was 38% (95%CI: 35.12-40.88. Female gender, low schooling, and unemployment were independently associated with MASD. The high prevalence of MASD observed in this study confirms the relevance of these disorders for public health planning, and could also help explain the high suicide rate in Santa Cruz do Sul in the last decade (4.66 times the

  12. Mulheres em situação de violência pelo parceiro íntimo: tomada de decisão por apoio institucional especializado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leônidas de Albuquerque Netto

    Full Text Available RESUMO Objetivo Propõe-se analisar fatores envolvidos na tomada de decisão de mulheres em situação de violência interpessoal, praticada pelo parceiro íntimo, na busca por apoio institucional de referência. Métodos Pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. Dezesseis mulheres foram entrevistadas, entre junho e setembro de 2012, em um Centro de Referência à Mulher de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil, por meio de instrumento semiestruturado e individual. Os relatos foram analisados pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados As mulheres buscaram suporte psicossocial quando a violência interpessoal alcançou o limite da tolerância. Este suporte possibilitou o resgate da autoestima e da confiança, além da tomada de consciência para a necessidade de mudança de vida e de autonomia econômica. Conclusões As mulheres alcançaram sua autoconfiança com a superação da violência, o que possibilitou o resgate da autoestima e a tomada de decisão para a saída da situação de violência interpessoal praticada pelo parceiro íntimo.

  13. Excesso de peso e obesidade abdominal em mulheres atendidas em Unidade da Estratégia Saúde da Família

    OpenAIRE

    Cristóvão,Maria Fernanda; Sato,Ana Paula Sayuri; Fujimori,Elizabeth

    2011-01-01

    Investigou-se a prevalência de excesso de peso e obesidade abdominal e variáveis associadas em mulheres. Estudo transversal com 298 mulheres (20-59 anos), usuárias de uma unidade da Estratégia Saúde da Família, em São Paulo-SP. Considerou-se o excesso de peso: índice de massa corporal>25kg/m²; a obesidade abdominal: circunferência da cintura 0,80m ou razão cintura-quadril>0,85. Realizou-se análise de regressão logística. O excesso de peso afetou 56% das mulheres, sendo 37% sobrepeso e 19% obe...

  14. Violência doméstica e familiar contra a mulher: estudo de casos e controles com vítimas atendidas em serviços de urgência e emergência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2016-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar fatores associados ao atendimento por violência doméstica e familiar entre vítimas atendidas em serviços de urgência e emergência no Brasil. Realizou-se estudo de casos e controles baseado no Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA, 2011. Foram selecionadas mulheres com 18 anos ou mais de idade, vítimas de violência doméstica e familiar (casos em comparação com aquelas vítimas de acidentes (controles. As razões de chances ajustadas foram estimadas por regressão logística não condicional. Foram incluídos 623 casos e 10.120 controles. Na análise ajustada, foram fatores de risco: idade mais jovem (18-29 anos, baixa escolaridade, não exercer atividade remunerada, consumo de bebida alcoólica, procura de atendimento em outro serviço, ocorrência em final de semana e durante a noite ou madrugada. A violência doméstica e familiar teve o consumo de bebida alcoólica como fator fortemente associado. Os dias e horas de maior ocorrência evidenciam a necessidade de adequação dos serviços de atendimento às vítimas.

  15. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  16. Problemas ginecológicos mais freqüentes em mulheres soropositivas para o HIV

    OpenAIRE

    Melo, Victor Hugo de; Araújo, Angela Cristina Labanca de; Rio, Suzana Maria Pires do; Castro, Lúcia Porto Fonseca de; Azevedo, Andrea Alves de; Castro, Mariana Moreira de

    2003-01-01

    OBJETIVO: apresentar os achados ginecológicos mais freqüentes de uma coorte de 300 mulheres infectadas pelo HIV, acompanhadas ambulatorialmente. MÉTODOS: estudo prospectivo e descritivo de mulheres HIV-soropositivas atendidas em clínica ginecológica, no período de novembro de 1996 a dezembro de 2002. As pacientes foram submetidas ao protocolo de atendimento ginecológico que incluiu anamnese, exame ginecológico, colpocitologia oncótica (Papanicolaou), pesquisa de HPV (PCR) e colposcopia. A bió...

  17. Fatores intervenientes no seguimento do tratamento nutricional para redução de peso em mulheres atendidas em uma unidade básica de saúde do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene da Silva Araújo Gonçalves

    2015-05-01

    . Fatores intervenientes no seguimento do tratamento nutricional para redução de peso em mulheres atendidas em uma unidade básica de saúde do Brasil. Rev Cuid. 2015; 6(1: 914-22. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v6i1.157

  18. Perfil epidemiológico de mulheres atendidas na consulta do pré-natal de um hospital universitário Perfil epidemiológico de mujeres atendidas en consulta prenatal de un hospital universitario Epidemiological profile of consulting women at the prenatal service of a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Spindola

    2006-09-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo descritivo em abordagem quantitativa tendo como objeto as gestantes atendidas na consulta de pré-natal e o objetivo de identificar esta clientela traçando seu perfil epidemiológico. O Ambulatório de Obstetrícia de um Hospital público do município do Rio de Janeiro foi o cenário, onde foram investigadas 118 fichas de atendimento cadastradas de janeiro a junho de 2003. A análise dos resultados evidenciou que a maioria das mulheres estudadas concentra-se na faixa etária de 19 - 25 anos (39,8%; casadas (38,9%; com ensino fundamental (29,6%; ocupação do lar (33,8%; multíparas (58,4%; iniciaram o pré-natal com idade gestacional entre 14 e 17 semanas (18,6%; tiveram anteriormente partos vaginais (79 e não referiram queixas na primeira consulta (39%. Podemos concluir que o atendimento obstétrico contribui de maneira significativa para a redução da morbi-mortalidade das gestantes, possibilitando a orientação de intercorrências no ciclo grávido-puerperal e a prevenção de complicações.Se trata de un estudio descriptivo con abordaje cuantitativo tenien-do como objeto a gestantes atendidas en consulta prenatal y el objetivo de identificar a esta clientela trazando su perfil epidemiológico. El escenario fue el consul-torio externo de obstetricia de un Hospital público del municipio de Rio de Janeiro, donde fueron investigadas 118 fichas de atención registradas de enero a junio del 2003. El análisis de los resultados evidenció que la mayoría de las mujeres estudiadas se concentra en el grupo etáreo de 19 - 25 años (39,8%; casadas (38,9%; con enseñaza fundamental (29,6%; amas de casa (33,8%; multíparas (58,4%; iniciaron el prenatal con edad gestacional entre 14 y 17 semanas (18,6%; tuvieron anteriormente partos vaginales (79% y no refirieron quejas en la primera consulta (39%. Podemos concluir que la atención obstétrica contribuye de manera significativa en la reducción de la morbimortalidad de las

  19. Ideologia judaico-cristã: a violência simbólica contra a mulher transmitida historicamente e reproduzida pelos agentes escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreza Marques de Castro Leão

    2015-10-01

    Full Text Available A ideologia oriunda do pensamento religioso transita na sociedade por meio dos seus agentes formadores. No contexto escolar nota-se uma realidade aplicável ao conceito de violência que estabelece uma cultura de submissão da mulher ao homem e que se reproduz por meio destes agentes. De fato a ideologia religiosa da cultura judaico-cristã chegou à educação nas suas várias nuances, inclusive na cultura escolar de maneira sutil, através da interiorização de seus conceitos pelos indivíduos que o assimilaram como natural. Considerando esta realidade, o presente estudo, de cunho teórico, problematiza o conceito de ideologia, buscando compreender a trajetória da sujeição da mulher, da antiguidade aos dias atuais, bem como, esboça o quadro político da contra-ideologia. Em linhas gerais, busca mostrar que os adeptos da cultura judaico-cristã persistem em perpetuar a violência simbólica contra a mulher a qual tem sido cada vez mais questionada, principalmente, quando confrontada com os escritos do criador do cristianismo, que colocou a mulher em condição e tratamento de igualdade, sem desvalorização. Outrossim, este artigo denuncia que é preciso um olhar mais atento da academia às sutilezas dos livros considerados sagrados, pois podem trazer importantes elementos para a compreensão dos muitos mitos e tabus das relações de gênero presentes na contemporaneidade.

  20. Prevalence and multiplicity of HPV in HIV women in Minas Gerais, Brazil Prevalência e multiplicidade do HPV em mulheres infectadas pelo HIV em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Miranda Corrêa

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To detect the frequency and subtypes of HPV in the uterine cervix of HIV-infected women. METHODS: Sample consisted of 288 HIV-infected women, recruited from the public health system of five cities of Minas Gerais, Brazil. Women were seen from August 2003 to August 2008. Cervical samples were collected for cytological analysis and for HPV DNA detection, using polymerase chain reaction (PCR. HPV DNA was classified according to its oncogenic potential in low risk (types 6, 11 and high risk (types 16, 18, 31, 33, 35. Colposcopy was performed, followed by cervical biopsy when necessary. Categorical variables were compared using the Chi-squared test, with a significance level established at the 5% level. RESULTS: HPV prevalence was 78.8%. Most frequent genotypes were HPV-6 (63.9% and HPV-16 (48.5%. High-risk HPV were observed in 70.5% of the women; low-risk in 71.4%; both high and low-risk HPV were detected in 55.1% of the patients. Multiple HPV genotypes were detected in 64.8% of the patients; two genotypes in 23.8%, and three in 18.9%. CONCLUSION: HPV prevalence was high among HIV-infected women. Multiple HPV genotypes were common in samples from the uterine cervix of HIV-infected womenOBJETIVO: Detectar a frequência e os subtipos do HPV na cérvice uterina de mulheres infectadas pelo HIV. MÉTODOS: A amostra era composta por 288 mulheres infectadas pelo HIV, recrutadas do sistema público de saúde de cinco cidades de Minas Gerais, Brasil. As mulheres foram avaliadas de agosto de 2003 a agosto de 2008. Amostras cervicais foram coletadas para análise citológica e para detecção do HPV DNA, usando a reação em cadeia de polimerase (PCR. O HPV DNA foi classificado de acordo com seu potencial oncogênico em baixo risco (tipos 6,11 e alto risco (tipos 16, 18, 31, 33, 35. Foi realizada colposcopia, seguida de biópsia cervical, quando indicada. Variáveis categóricas foram comparadas usando o teste do quiquadrado, com nível de signific

  1. Vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana Vaginal infections in human immunodeficiency virus-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Matos Oliveira

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a freqüência de vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV com mulheres não infectadas. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 64 mulheres infectadas pelo HIV e 76 não infectadas. Foram calculadas as freqüências de vaginose bacteriana, candidíase e tricomoníase, que foram diagnosticadas por critérios de Amsel, cultura e exame a fresco, respectivamente. Para análise dos dados, utilizaram-se o teste do c2, teste exato de Fisher e regressão múltipla para verificar a independência das associações. RESULTADOS: a infecção vaginal foi mais prevalente em pacientes infectadas pelo HIV quando comparadas ao Grupo Controle (59,4 versus 28,9%, pPURPOSE: to compare the frequency of vulvovaginitis in women infected with human imunnodeficiency virus (HIV with the frequency in non-infected women. METHODS: a transversal study including 64 HIV infected women and 76 non-infected ones. The frequencies of bacterial vaginosis, candidiasis and trichomoniasis, diagnosed by Amsel's criteria, culture and fresh exam, respectively, were calculated. Chi-square test, Fisher's exact test and multiple regressions to verify the independence of associations were used to analyze the data. RESULTS: the vaginal infection was more prevalent in HIV infected patients, as compared to the control group (59.4 versus 28.9%, p<0,001; Odds Ratio=2.7, IC95%=1.33-5.83, p=0.007. Bacterial vaginosis occurred in 26.6% of the positive-HIV women; vaginal candidiasis, in 29.7% and trichomoniasis, in 12.5% of them. All the infections were significantly more frequent in the group of HIV infected women (p=0.04, 0.02 e 0.04, respectively. CONCLUSIONS: vulvovaginitis is more frequent in HIV infected women.

  2. Perfil da violência contra mulheres atendidas na Pousada de Maria Perfil de la violencia sufrida por mujeres atendidas en la Posada de María Profile of the violence committed against women assisted at Pousada de Maria lodging

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Maria Labronici

    2010-03-01

    Full Text Available Pesquisa exploratória, retrospectiva, realizada na Pousada de Maria, em Curitiba, em 2007. Teve como objetivo caracterizar o perfil da violência praticada contra mulheres residentes na Pousada de Maria, durante os anos de 1993 à 2007. Os dados foram obtidos através da análise de 886 fichas de registro das vítimas, transcritos para um instrumento construído para a pesquisa. As vítimas tinham idade entre 18 e 88 anos, baixa escolaridade, e sofreram violência física, psicológica, sexual e estrutural, principalmente pelos companheiros e pessoas conhecidas. Convivem com a violência para manter a união familiar, e rompem com ela na existência de programas sociais e abrigos. A violência é um fenômeno frequente entre mulheres solteiras, com ensino fundamental incompleto: 24,6% delas sofreram violência física, 24,15%, psicológica, 14,22%, violência estrutural. As solteiras, amasiadas e casadas devem ser inseridas como grupo de risco e objeto de atenção, pelos profissionais de saúde no planejamento de ações preventivas.Investigación exploratoria retrospectiva, realizada en la Posada de María en Curitiba, Brasil, en el año 2007, con el fin de caracterizar el perfil de la violencia ejercida contra mujeres que residieron en dicha institución en el período comprendido entre 1993 a 2007. Los datos fueron obtenidos a través del análisis de 886 fichas de registro de las víctimas y transcriptos para un instrumento formulado para la investigación. Las víctimas tenían entre 18 y 88 años, bajo índice de escolaridad; fueron víctimas de violencia física, psicológica, sexual y estructural, inflingida principalmente por sus compañeros y personas conocidas. Convivieron con la violencia para mantener la unión familiar, se libraron de ella cuando tuvieron acceso a programas sociales y amparos. La violencia es un fenómeno frecuente entre mujeres solteras con enseñanza primaria incompleta, 24,6% de ellas sufrieron violencia f

  3. Os significados de saúde na relação sexual para mulheres assistidas pelo SUS na cidade de Natal, Rio Grande do Norte, Brasil The meaning of health in sexual relations according to women treated under the Unified National Health System in Natal, Rio Grande do Norte State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magnus Kelly Moura da Cunha

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é discutir as representações sociais acerca de "saúde nas relações sexuais" de mulheres atendidas pelo SUS. Cento e cinquenta pesquisadas foram submetidas ao Teste de Evocação Livre de Palavras (TELP, adotando-se como estímulo "saúde nas relações sexuais". As mulheres foram questionadas também a respeito da origem das informações acessíveis sobre o tema. Os resultados foram obtidos utilizando-se a análise de conteúdo e o programa EVOC. Foram identificadas três dimensões representacionais: prevenção, relação com o parceiro e qualidade de vida. O núcleo central da representação social mostrou-se constituído pelos elementos prevenção e camisinha. As prováveis fontes doadoras de elementos para a representação foram a TV, a unidade de saúde e as interlocuções com a família e o parceiro. As representações são compostas por conceitos relativos à prevenção, à boa relação com o parceiro e ao bem-estar geral. Esses resultados são indicadores da necessidade de ampliação dos aspectos abordados pelo SUS em relação à saúde sexual feminina.The aim of this article is to discuss the social representations of "health in sexual relations" as reported by women treated under the Unified National Health System (SUS in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil. A total of 150 women were tested using the free word recall test, with "health in sexual relations" as the stimulus. Women were also asked about their sources of information on the subject. The results were obtained with content analysis and the EVOC software. We identified three representational dimensions: prevention, relationship with the partner, and quality of life. The central nucleus of social representation consisted of the elements "prevention" and "condoms". Likely sources for representation were television, health services, and dialogue with family members and partners. Representations were composed of concepts related to

  4. Caracterização da violência sexual em mulheres atendidas no projeto Maria-Maria em Teresina-PI Characterization of sexual violence against women in the Maria-Maria project in Teresina, PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ione Maria Ribeiro Soares Lopes

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as características da violência sexual contra mulheres, os tipos de crimes sexuais e as lesões corporais resultantes. METODOS: estudo descritivo baseado nas informações de 102 prontuários de vítimas de violência sexual atendidas no Projeto Maria-Maria, de março de 2002 a março de 2003, que atendiam aos critérios de elegibilidade. Foram descritos as características da violência, os tipos de crime e as lesões corporais sofridas. Para tabulação e análise dos dados utilizou-se o programa Epi-Info, versão 6.04, para percentual simples e distribuição de freqüência. RESULTADOS: a idade das vítimas variou de 1 a 68 anos; 65,7% eram menores de 20 anos e uma em cada quatro tinham até nove anos de idade. A maioria era solteira (78,3% e com baixa escolaridade (74,2%. O crime predominou no período noturno (64,7%, em local ermo com maior freqüência (39,2%, seguido da residência da vítima (34,3%, e no local da abordagem (67,6%. Entre as vítimas adolescentes predominou perpetrador desconhecido, ao passo que as crianças foram vítimas exclusivamente de homens conhecidos. No caso de crianças menores de dez anos o atentado ao pudor foi o crime mais freqüente (73,8% e para as adolescentes, o estupro (66,4%. Os traumas corporais ocorreram em 76,7% dos casos, destacando-se os hematomas, edema vulvar e escoriações. CONCLUSÕES: a violência sexual predominou em crianças e adolescentes, solteiras e com baixa escolaridade. A agressão ocorreu mais à noite, por desconhecidos, em local ermo nas adolescentes e por conhecidos (vizinhos principalmente, nos domicílios, nas crianças. O estupro prevaleceu em maiores de dez anos e o atentado violento ao pudor nas crianças de um a nove anos, habitualmente associados a traumas genitais e corporais.PURPOSE: to evaluate the characteristics of sexual violence against women, the types of sexual crimes and resulting body lesions. METHODS: descriptive study based on the

  5. Depressão em mulheres climatéricas: análise de mulheres atendidas ambulatorialmente em um hospital universitário no Maranhão Depression in climacteric women: analysis of a sample receiving care at a university hospital in Maranhão, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mari-Nilva Maia da Silva

    2008-08-01

    Full Text Available Introdução: O climatério, período de transição entre a fase reprodutiva e não-reprodutiva, ocasiona mudanças biopsicossociais nas mulheres que o vivenciam. A associação entre a maior prevalência de depressão nesse período é, no entanto, ainda controversa. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de depressão em mulheres climatéricas atendidas em um hospital universitário numa cidade da Região Nordeste do Brasil e identificar fatores associados. Método: Foi realizado um estudo prospectivo e analítico de 70 mulheres climatéricas. O diagnóstico de depressão foi dado segundo critérios diagnósticos da Classificação Internacional de Doenças em um período de seguimento mínimo de 3 meses. Foram investigadas as seguintes variáveis: escolaridade, situação conjugal, renda pessoal, gravidade da depressão segundo escala de Hamilton, presença e intensidade de sintomas climatéricos, menopausa (natural ou cirúrgica, dependência econômica do parceiro, antecedentes familiares de depressão, história prévia de depressão pós-parto, episódios depressivos e transtorno disfórico pré-menstrual, alterações da função sexual e visão positiva ou negativa da menopausa. Resultados: Um percentual de 34,3% das pacientes apresentou depressão, sendo 70,8% destas na categoria leve da escala de Hamilton. Não houve associação estatisticamente significante entre variáveis socioeconômicas, diminuição da libido e antecedentes familiares de depressão com a presença de depressão. Houve associação entre a presença de depressão e pacientes com sintomas vasomotores (p = 0,03, insônia (p Introduction: The climacteric is a transition period between reproductive and non-reproductive ages that leads to biopsychossocial changes in women who experience it. However, association between a larger prevalence of depression in this period is still controversial. The objective of this study was to assess the prevalence of

  6. Prevalência da colonização pelo estreptococo do grupo B em gestantes atendidas em ambulatório de pré-natal Prevalence of group B Streptococcus in pregnant women from a prenatal care center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Pogere

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a prevalência de estreptococo do grupo B (EGB em gestantes no terceiro trimestre da gravidez e explorar os fatores potencialmente associados à colonização. MÉTODOS: uma amostra de 273 gestantes no terceiro trimestre da gravidez, provenientes do ambulatório de pré-natal do Hospital Universitário do Sul do Brasil, foi investigada. Culturas de amostra vaginal e anorretal foram obtidas e inoculadas em meio seletivo de Todd-Hewitt suplementado com 10 µg/ml de colistina e 15 µg/ml de ácido nalidíxico e posteriormente subcultivadas em ágar sangue de carneiro desfibrinado. Todas as colônias suspeitas foram submetidas ao teste de aglutinação para detecção do antígeno específico do grupo B. O teste de Camp foi utilizado para identificação do EGB das variedades não hemolíticas. Analisaram-se também os dados demográficos, socioeconômicos, reprodutivos e clínico-obstétricos. A razão de prevalência (RP foi utilizada como medida de risco. Considerou-se como significante o intervalo de confiança no nível de 95% (alfa=0,05. RESULTADOS: a prevalência de colonização pelo EGB foi de 21,6% (59, sendo que 9,9% (27 das gestantes tiveram positividade em ambos os sítios, 6,95% (19 foram positivas somente no sítio vaginal e 4,75% (13 da amostra tiveram positividade apenas no sítio anal. A prevalência de EGB foi ligeiramente mais alta nas gestantes com idade inferior a 20 anos, naquelas com menor escolaridade e nas gestantes primíparas, e o dobro entre aquelas que não relataram aborto espontâneo, porém sem significância estatística. Não foi encontrada diferença na prevalência de EGB de acordo com história de doenças sexualmente transmissíveis e tabagismo. Quando os dados foram analisados conjuntamente, os fatores detectados como potencialmente associados à colonização pelo EGB foram: primíparas com mais de 30 anos (RP=1,55 e mulheres com mais de um parceiro sexual e freqüência de atividade

  7. MAMOGRAFIA DE RASTREAMENTO PARA CÂNCER DE MAMA PELO SUS NA REGIÃO METROPOLITANA DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE: TENDÊNCIA E CARACTERISTICAS SOCIAIS DE MULHERES SUBMETIDAS AO EXAME, ENTRE 2010 E 2014

    OpenAIRE

    Patricia Almeida Silva; Paula Vilhena Carnevale Vianna; Paulo Roxo Barja

    2017-01-01

    Análises da vulnerabilidade das mulheres para o câncer de mama revelam que, no Brasil, mulheres negras e menos instruídas têm menor acesso à mamografia de rastreamento, exame que permite a detecção precoce do câncer. Desde 2006, o controle do câncer de mama é política prioritária no SUS. Este estudo analisa a série histórica de exames de mamografia de rastreamento realizados pelo SUS no período de 2010 a 2014, na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte – RMVale, para investiga...

  8. Mulheres com idade igual ou superior a 50 anos: ações preventivas da infecção pelo HIV Mujeres com edad igual o superior a 50 años: acciones preventivas de la infección por el VIH The 50-year-old women or older: preventive actions to the HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Angelo de Lima Rodrigues

    2010-06-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa que buscou verificar a adoção de ações preventivas da transmissão do HIV por mulheres com idade igual ou superior a 50 anos, moradoras em uma comunidade de baixa renda e atendidas pelo Programa Saúde da Família, no Município de São Paulo. Adotou-se como referencial teórico a Antropologia Médica e, para o tratamento dos dados, o Discurso do Sujeito Coletivo. Foram entrevistadas 13 mulheres e são apresentados três discursos: valorizando a prevenção; invisibilidade do HIV/aids; e rejeição à adesão ao preservativo. A análise mostrou que o grupo não se percebia em risco à infecção pela via sexual devido à confiança na fidelidade do parceiro. O eventual uso do preservativo foi atribuído somente à curiosidade. As ações preventivas adotadas carecem de embasamento científico. Os resultados alertam para a necessidade do planejamento e da implementação de intervenções culturalmente embasadas direcionadas ao segmento estudado.Se trata de una investigación cualitativa que buscó verificar la adopción de acciones preventivas de la transmisión del VIH por mujeres con edad igual o superior a 50 años, moradoras en una comunidad de baja renta y atendidas por el Programa Salud de la Familia, en el municipio de São Paulo, Brasil. Se adoptó como referencial teórico la Antropología Médica y, para el tratamiento de los datos, el Discurso del Sujeto Colectivo. Se entrevistaron 13 mujeres y son presentados tres discursos: valorar la prevención; invisibilidad del VIH/SIDA; rechazo a la adherencia al preservativo. El análisis apuntó que el grupo no percibió el riesgo a la infección por la vía sexual a causa de la confianza en la fidelidad del compañero. El eventual uso del preservativo fue atribuido solamente a la curiosidad. Las acciones preventivas adoptadas carecen de base científica. Los resultados alertan para la necesidad del planeamiento y de la implantación de intervenciones

  9. Vulnerabilidade de mulheres em união heterossexual estável à infecção pelo HIV/Aids: estudo de representações sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Silva Abreu Rodrigues

    2012-04-01

    Full Text Available O artigo discute as representações sociais de mulheres em união heterossexual estável no que diz respeito à vulnerabilidade à infecção pelo HIV/AIDS. Os dados foram produzidos pela associação livre de palavras e constituem recorte de uma pesquisa fundamentada na Teoria das Representações Sociais desenvolvida com mulheres soronegativas para o HIV, da capital e interior da Bahia. A análise fatorial de correspondência revelou significância para as variáveis: procedência, escolaridade e tempo de união estável. A aceitação à traição emergiu como fator de vulnerabilidade para respondentes com 1-5 anos de união estável do interior. Mulheres da capital com 6-10 anos de união estável representam a monogamia como forma de prevenção. Mulheres com maior tempo de união e nível escolar básico representam-se como invulneráveis, contrárias as que têm 1-5 anos de união e escolaridade mediana. Os resultados indicam a necessidade de mais ações com o objetivo de desnaturalizar as coerções sócio-culturais que geram representações e aproximam mulheres em união estável da AIDS.

  10. Acidentes e violências entre mulheres atendidas em Serviços de Emergência Sentinela - Brasil, 2009 Accidents and violence among women attended in Sentinel Emergency Services - Brazil, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celeste de Souza Rodrigues

    2012-09-01

    Full Text Available As causas externas afetam de maneira desigual as populações humanas. O presente artigo tem como objetivo analisar os atendimentos de emergência em mulheres vítimas de acidentes e violências. Foram analisados dados do inquérito de Vigilância de Violências e Acidentes em 74 Unidades de Emergência de 23 capitais e no Distrito Federal em 2009. Analisaram-se 6.965 atendimentos de mulheres adultas comparando-se as faixas de 20-39 e 40-59 anos, em relação a ocorrência de acidentes e violências. Os acidentes foram mais frequentes em mulheres jovens (20 a 39 anos, de cor negra e com escolaridade maior que 9 anos de estudo. A ocorrência de violência também foi predominante em mulheres jovens e negras, porém com menor escolaridade. Entre os acidentes predominaram as quedas (38,6%, seguidas de acidentes de transporte. As violências foram mais frequentes no domicílio (p Accidents from external causes affect the human population in different ways. This article seeks to analyze emergency care for women who are victims of accidents and violence. Data from the Surveillance System for Violence and Accidents were analyzed. This study was carried out in 74 emergency units of 23 state capitals and the Federal District in 2009 and included 6,965 women aged from 20-59 years. The age groups of 20-39 and 40-59 years were compared for the occurrence of accidents and violence. Accidents were more frequent among young black women (20-39 years with more than nine years of schooling. The occurrence of violence was also prevalent in young black women but with less schooling. Falls were the most frequent accidents (38.6%, followed by traffic accidents. The occurrence of violence was more frequent in the home (p <0.000 and the mention of alcohol abuse among victims of violence was predominant. The most frequent type of violence was aggression (84.6%, in which the aggressor was male (79.1% and identified as an intimate partner (44.1%. It is increasingly

  11. Avaliação do índice de massa corpórea em mulheres atendidas em ambulatório geral de ginecologia Evaluation of body mass index of women from an outpatient gynecological general clinic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Maria dos Santos Fernandes

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a freqüência de sobrepeso, obesidade e fatores associados entre mulheres de ambulatório de ginecologia geral em hospital secundário de referência. MÉTODOS: as variáveis estudadas foram idade, raça, escolaridade, renda familiar, trabalho com renda exercido pela mulher, tipo de trabalho da mulher, companheiro atual, característica do ciclo menstrual no momento da entrevista e índice de massa corpórea (IMC. Para análise as mulheres foram distribuídas em três grupos conforme o valor de IMC: 30 kg/m² (obesidade. Para os grupos de sobrepeso e obesidade foram calculados odds ratio e respectivo intervalo de confiança a 95% (IC 95% em cada variável, e posteriormente calculado OR ajustado. RESULTADOS: das 676 mulheres incluídas, 89,8% tinham até 8 anos de escolaridade, 83,0% tinham companheiro, 77,6% eram brancas, 61,4% referiram renda de até cinco salários mínimos e 36,0% estavam menopausadas. A freqüência de sobrepeso foi 35,6% e de obesidade 24,3%. O sobrepeso foi associado à faixa etária de 50-59 anos (OR: 3,22; IC 95%: 1,67-6,20 e à menopausa (OR: 1,52; IC 95%: 1,03-2,26; a obesidade foi associada à menopausa (OR: 2,57; IC 95%: 1,66-4,00 e às faixas etárias maiores de 40 anos (OR: 2,95; IC 95%: 1,37-6,37. Após análise de regressão múltipla, a obesidade manteve-se associada às faixas etárias de mais de 40 anos (OR: 2,51; IC 95%: 1,05-6,00. CONCLUSÕES: nesta amostra de mulheres com baixa escolaridade e nível socioeconômico, a prevalência de sobrepeso e obesidade foi alta. A obesidade foi associada a mulheres com mais de 40 anos. Esforços devem ser realizados para diminuir a freqüência de sobrepeso e obesidade entre mulheres.PURPOSE: to determine the prevalence of overweight, obesity, and associated factors among women who visited a general gynecologic clinic in a secondary hospital of reference. METHODS: the following variables were studied: age, race, educational level, family income, job

  12. Integridade da pele prejudicada em idosos: estudo de ocorrência numa comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família Integridad de la piel perjudicada en ancianos: estudio de incidencia en una comunidad atendida por el Programa Salud de la Família Impaired skin integrity in the elderly: study of incidence from a community attending a Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella de Moura Resende

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: esta pesquisa teve como objetivo estudar a ocorrência de integridade da pele prejudicada em idosos de uma comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família. MÉTODOS: participaram deste estudo descritivo 40 idosos. A coleta de dados ocorreu de janeiro a junho de 2004 e constou de entrevista e exame clínico. RESULTADOS: A integridade da pele prejudicada foi encontrada em 20 idosos (50%. A característica definidora de maior freqüência foi rompimento da superfície da pele (85%. Os fatores relacionados identificados com freqüência maior ou igual a 50% foram: extremos de idade (100%, fatores imunológicos (100%, alteração do turgor (100%, fatores mecânicos (85%, medicação em uso (50%. CONCLUSÃO: a integridade de pele prejudicada atingiu metade dos sujeitos desta pesquisa, indicando necessidade de intervenções de enfermagem para prevenção e recuperação de lesões, além de promoção da saúde, buscando a integridade tegumentar.OBJETIVO: esta investigación tuvo como objetivo estudiar la ocurrencia de integridad de la piel perjudicada en ancianos de una comunidad atendida por el Programa Salud de la Familia. MÉTODOS: participaron de este estudio descriptivo 40 ancianos. La recolección de los datos ocurrió de enero a junio del 2004 y constó de entrevista y examen clínico. DISCUSIÓN: la integridad de la piel perjudicada fue encontrada en 20 ancianos (50%. La característica que definió la mayor frecuencia fue la ruptura de la superficie de la piel (85%. Los factores relacionados identificados con mayor o igual frecuencia a 50% fueron: extremos de edad (100%, factores inmunológicos (100%, alteración de la turgencia (100%, factores mecánicos (85%, medicación en uso (50%. CONCLUSIÓN: la integridad de la piel perjudicada alcanzó a la mitad de los sujetos de esta investigación, indicando la necesidad de intervenciones de enfermería para la prevención y recuperación de las lesiones, además de la promoción de

  13. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama atendidas em um serviço de mastologia no interior do Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Cristina Zanchin

    2011-10-01

    Resultados: Observou-se que 90% da população estudada apresentavam idade >40 anos, 68% encontravam-se na pós-menopausa, 70% estavam em etapa pós-tratamento e que 84% nunca ingeriam bebidas alcoólicas. A análise estatística demonstrou freqüência elevada de sobrepeso/obesidade (72% com IMC médio de 28,6±5,6Kg/m² e alta prevalência de sedentarismo (72%. A média diária de consumo energético foi de 1413,7Kcal/dia; sendo 27,3% de lipídeos totais e 8% de gorduras saturadas. O consumo de fibras, vitamina A, C e E e selênio apresentaram-se abaixo das recomendações nutricionais. Foi encontrada preferência por leite integral e carne vermelha, consumo diminuído de frutas e pouca variedade na ingestão de verduras. Conclusão: Houve alta prevalência de sobrepeso/obesidade em mulheres na pós-menopausa, alto índice de sedentarismo e baixo consumo de micronutrientes. Também foi encontrado grande número de mulheres sobreviventes de CM. Estes achados são importantes para o estabelecimento de ações de intervenção nutricional que ajude no prognóstico e na prevenção de recorrência tumoral.

  14. A violência contra a mulher atendida em unidade de urgência: uma contribuição da enfermagem La violencia contra la mujer atendida en unidad de urgencia: una contribuición de la enfermería The violence against woman who is attended in an unit of urgency: a nursing contribution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudete Ferreira de Souza Monteiro

    2006-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A violência na atualidade tem se comportado como um sério problema de saúde pública, e os serviços de urgência têm se constituído em porta de entrada para mulheres agredidas. Por essa razão, objetivou-se, com o presente trabalho, levantar os casos de violência contra a mulher atendidos em uma unidade de urgência no ano de 2004. MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo, realizado em Teresina (PI, no Serviço de Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas, com amostra populacional de 100 casos selecionados por amostragem sistemática, tendo por instrumento um formulário com perguntas fechadas. RESULTADOS: A violência apresentou alta magnitude entre as mulheres usuárias dos serviços de pronto-atendimento, mas com elevada taxa de subnotificação quanto ao tipo de agressor (89% e causas da violência sem registro (80% CONCLUSÕES: Concluiu-se que os registros de violência foram maiores nos casos em que as mulheres apresentaram marcas físicas; foi expressivo o número de subnotificação de agressores. Finalmente, é conveniente que os profissionais que atendem mulheres vítimas da violência doméstica sejam treinados para identificar, acolher e registrar corretamente os casos de violência.INTRODUCCIÓN: La violencia en la actualidad se ha comportado como un serio problema de salud pública, y los servicios de urgencia se han constituido como puerta de entrada para las mujeres agredidas. Por lo tanto, fue objetivado, con el actual trabajo, levantar los casos de violencia contra la mujer, atendidos en una unidad de urgencia en el año de 2004. MÉTODO: Estudio cuantitativo, descriptivo, retrospectivo, realizado en Teresina (Piauí - Brasil, en el Servicio Médico de Urgencia del hospital de Getúlio Vargas, con muestra poblacional de 100 casos seleccionadas por el muestreo sistemático, teniendo por instrumento un formulario con preguntas cerradas. RESULTADOS: La violencia presentó alta magnitud entre

  15. Prevalência de osteoporose e fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa atendidas em serviços de referência Prevalence of osteoporosis and vertebral fractures in postmenopausal women attending reference centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Bandeira

    2007-03-01

    Full Text Available Este estudo tem por objetivo verificar a prevalência de osteoporose e a presença de fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa. Foram estudadas, em serviços de referências, 627 mulheres com idade acima de 50 anos, com média de idade de 63,9 ± 8,3 anos, tempo de menopausa de 16,2 ± 8,6 anos, e índice de massa corpórea de 26,6 ± 4.3 Kg/m2. A prevalência de osteoporose foi de 28,8% na coluna lombar e de 18,8% no colo do fêmur. Esta foi maior nas pacientes que apresentaram história de fraturas quando jovens. Na faixa entre 60 a 69 anos, 33,2% tinham osteoporose na coluna lombar e entre 70 e 79 anos, 38,2%. Das pacientes com mais de 80 anos 54,5% apresentam osteoporose na coluna lombar e 72,7% no colo do fêmur. Trinta e sete por cento tinham fraturas, sendo que 9% apresentam fraturas grau I, e 10,9% fraturas severas. Considerando-se os diversos grupos etários, a prevalência de fraturas vertebrais foi de 20% entre 50 e 59 anos, 25,6% entre 60 e 69 anos, 58,3% entre 70 e 79 anos, e 81,8% entre 80 e 89 anos. Em mulheres na pós-menopausa, a maioria sem sintomas clínicos, verificamos uma alta taxa de prevalência de osteoporose, e fraturas vertebrais.The aim of this study was to determine the prevalence of osteoporosis and vertebral fractures in postmenopausal women. We studied 627 women, aged 50 years and over in reference centers (mean age 63.9±8.3 years, 16.2 ± 8.6 mean years since menopause, and mean body mass index 26.6 ± 4.3 Kg/m2. The prevalence of osteoporosis was 28.8% for lumbar spine and 18.8% for femoral neck. The prevalence was higher in patients who had had a fracture during youth. In the 60-69 year-old group, 32.2% had lumbar spine osteoporosis and 17.4% femoral neck osteoporosis. In the 70-79 year-old group, 38.2% had lumbar spine osteoporosis and 34% femoral neck osteoporosis. In the 80 years and over age group, 54.5% had lumbar spine osteoporosis and 72.7% femoral neck osteoporosis. Thirty-seven percent had

  16. Prevalência de cândida na flora vaginal de mulheres atendidas num serviço de planejamento familiar Prevalence of candida in the vagina of women attended at a family planning service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Aleixo Neto

    1999-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: avaliar a prevalência de Candida sp. e a distribuição de suas espécies na flora vaginal de mulheres numa clínica de planejamento familiar. Método: estudo transversal no qual se avaliaram prospectivamente 72 mulheres não-grávidas, com ou sem queixas específicas, sendo coletadas amostras de secreção vaginal para cultura de leveduras, efetuada a medição do pH vaginal e anotados dados de achados do exame ginecológico. Resultados: leveduras pertencentes ao gênero Candida foram encontradas em 18 casos (25%. A C. albicans foi a espécie mais prevalente (77,8% e conseqüentemente 22,2% foram não-albicans. Entre as não-albicans a espécie mais prevalente foi a C. glabrata (16,7% seguida pela C. parapsilosis (5,6%. Prurido e ardor foram os únicos sintomas relacionados significativamente com a presença de cândida. Foi observado que a C. glabrata, ao contrário da C. albicans, não causa corrimento clinicamente verificável ao exame ginecológico. Não foram verificadas associações de alguns fatores predisponentes (idade, escolaridade e uso de contraceptivos com a presença ou não de cândida. Conclusões: nossos resultados sugerem: a uma alta prevalência de Candida sp. entre as mulheres (25%; b que as espécies não-albicans desempenham um papel importante no meio vaginal; c que prurido e ardor são os sintomas mais comuns na presença de cândida e d que a C. glabrata não costuma causar corrimento vaginal ao exame ginecológico. Finalmente, é importante observar que nossos resultados são consistentes com o que a literatura internacional tem mostrado nos últimos anos.SUMMARY Purpose: to estimate the prevalence of Candida sp. and the distribution of its species in the vagina of women attended at a family planning Service. Methods: a cross-sectional study evaluating prospectively 72 nonpregnant women, with or without specific complaints. Samples were checked for the presence of yeast and vaginal pH. Data obtained

  17. Perfil epidemiológico de mulheres com vaginose bacteriana, atendidas em um ambulatório de doenças sexualmente transmissíveis, em São Paulo, SP Epidemiological profile of women with bacterial vaginosis treated at a clinic for sexually transmitted diseases in the city of Sao Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa d´Andretta Tanaka

    2007-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS - A vaginose bacteriana é doença de grande relevância devido à sua alta prevalência e suas complicações obstétricas e ginecológicas. OBJETIVO - Descrever o perfil epidemiológico das pacientes com diagnóstico de vaginose bacteriana, atendidas em um ambulatório de São Paulo, segundo variáveis de interesse social, demográfico e clínico. MÉTODOS - Estudo transversal descritivo, baseado nos prontuários de 658 mulheres atendidas de janeiro de 1999 a dezembro de 2004. Foram coletadas as seguintes informações: idade, cor, estado civil, procedência, grau de escolaridade, preferência sexual, número de parceiros e presença de doença sexualmente transmissível associada. RESULTADOS - A prevalência encontrada foi de 29%. Com relação ao perfil da mulher com vaginose bacteriana, observou-se maior ocorrência em jovens entre 10 e 19 anos (40%, negras (37,1%, viúvas (62,5%, com segundo grau incompleto (39,5%, heterossexuais (29,5%, com dois ou mais parceiros sexuais nos últimos 30 dias (50% e nos últimos cinco anos (32,3%. A associação com outras doenças sexualmente transmissíveis, concomitante, foi encontrada em 31,9% dos casos. CONCLUSÃO - A distribuição dos casos segundo faixa etária, raça, número de parceiros sexuais e associação com outras doenças encontradas nas pacientes com diagnóstico de vaginose bacteriana foi semelhante aos dados encontrados na literatura. A ocorrência está dentro dos limites descritos (10 e 36%.BACKGROUND- Bacterial vaginosis is an important disease on account of its high prevalence as well as the obstetrical and gynecological complications. OBJECTIVE- To present an epidemiological profile of patients diagnosed with bacterial vaginosis seen at an outpatient clinic in the city of Sao Paulo, Brazil, described according to socio-demographic and clinical variables. METHODS- A cross-sectional descriptive study was performed by collecting data from the medical records of 658

  18. As mulheres e a SIDA

    OpenAIRE

    Bastos, Ana Isabel; Teixeira, José A. Carvalho; Paixão, Teresa

    1995-01-01

    Podem existir diferenças entre os sexos no que se refere aos factores biológicos, psicológicos e sociais associados & infecção pelo VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana). Os autores fazem uma revisão da epidemiologia da SIDA nas Mulheres, evolução da infecção pelo VIH, factores mais especificamente associados ao VIH/SIDA nas Mulheres, gravidez e SIDA e, finalmente, aconselhamento de Mulheres. ABSTRACT------Male-female differences may exist in the biological, psycho...

  19. Diminuição da dor em mulheres com dismenorreia primária, tratadas pelo método Pilates

    OpenAIRE

    Araújo, Luana Macêdo de; Silva, José Mário Nunes da; Bastos, Weltianne Tavares; Ventura, Patrícia Lima

    2012-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dismenorreia corresponde a um conjunto de manifestações de caráter doloroso que aparecem no dia anterior ou no primeiro dia de fluxo menstrual. O método Pilates, compreende uma série de exercícios baseados nos movimentos progressivos que o corpo é capaz de executar. O presente estudo teve como objetivo comparar a dor em mulheres com dismenorreia primária antes e após serem submetidas ao método Pilates. MÉTODO: Trata-se de um estudo descritivo, experimental, com ca...

  20. Da delegacia da mulher à Lei Maria da Penha: Absorção/tradução de demandas feministas pelo Estado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília MacDowell Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo examina as respostas do Estado às demandas feministas para o combate à violência doméstica contra mulheres no Brasil desde meados dos anos 1980. São identificados três momentos de mudanças institucionais que direta ou indiretamente moldam e refletem os contextos da atuação estatal: o momento da criação da primeira delegacia da mulher, em 1985; o do surgimento dos Juizados Especiais Criminais, em 1995; e o da promulgação da Lei 11.340, em 2006, conhecida como Lei Maria da Penha. Estes momentos refletem a interação entre múltiplas forças sociopolíticas, sinalizando fluxos e refluxos de políticas públicas e lutas feministas. A análise destes momentos, que pretende contribuir para as teorias feministas do Estado no contexto latino‑americano, revela diferentes formas de atuação estatal e variados graus de absorção/tradução/traição/silenciamento das demandas feministas.

  1. Women who were burned by their husbands or partners Mujeres quemadas por los maridos o compañeros Mulheres queimadas pelos maridos ou companheiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2007-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze the affect of domestic violence among women who were burned by their husbands or partners. METHODS: A quantitative descriptive and exploratory study was used. The sample consisted of 35 young black women who had elementary or high school education. RESULTS: Domestic violence causes women to become sick, which leads to major psychological problems, including depression, posttraumatic stress disorder, and suicidal ideation. Care of these women was focused on their physical injuries. CONCLUSIONS: There is a need to enforce public policies regarding domestic violence, and to train health care providers to recognize and provide quality care to victim of domestic violence, which include psychological effects.OBJETIVO: En este estudio se tuvo como objetivo general analizar las lesiones corporales por quemaduras en mujeres y su asociación con la violencia doméstica. MÉTODOS: Se utilizó el estudio descriptivo, exploratorio, cuantitativo. La población estuvo constituida por 35 mujeres, en su mayoría joven, de color negra y con 1º y 2º grado de escolaridad. RESULTADOS: La violencia causa la enfermedad de las mujeres. Sus consecuencias conducen problemas mentales, inclusive depresión, estrés post-traumático y tendencia al suicidio. Las prácticas de los profesionales se limitan al abordaje clínico. CONCLUSIONES: Es preciso fortalecer las políticas públicas de atención a la mujer en situación de violencia, sensibilizando a los profesionales, que componen la red de atención a mujeres, para reconocer la violencia, favoreciendo la quiebra del silencio que presenta la violencia en el espacio privado.OBJETIVO: O estudo teve como objetivo geral analisar as lesões corporais por queimaduras em mulheres e sua associação com a violência doméstica. MÉTODOS: Utilizou-se o estudo descritivo, exploratório, quantitativo. A população foi constituída por 35 mulheres, em sua maioria jovem, de cor negra e com o 1º e o 2º graus

  2. Contracepção hormonal e anti-retrovirais em mulheres infectadas pelo HIV Hormonal contraception and antiretroviral therapy among HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Amaral

    2006-11-01

    Full Text Available Há controvérsia sobre a relação entre o uso de contraceptivos hormonais e o risco de adquirir o vírus da imunodeficiência humana (HIV, e pouco se sabe sobre os efeitos da contracepção hormonal em mulheres infectadas (efeitos colaterais, distúrbios menstruais, progressão da doença, interações com terapias anti-retrovirais. O objetivo deste artigo foi revisar os dados disponíveis quanto à vulnerabilidade ao HIV e à sua transmissibilidade na vigência do uso de contraceptivos hormonais bem como as conseqüências potenciais do uso desses contraceptivos por mulheres HIV-positivas sob terapia anti-retroviral (TARV, com ênfase nas interações medicamentosas. Concluiu-se que ainda não é possível elaborar recomendações, baseadas em evidências, sobre a contracepção hormonal em mulheres portadoras do HIV sob TARV. Assim, os infectologistas e os ginecologistas devem estar atentos às interações potenciais que possam representar aumento de efeitos adversos, individualizando a orientação sobre os esteróides contraceptivos, suas doses e vias de administração, considerando a TARV em uso.There is much controversy regarding the realtionship between the use of hormonal contraceptives and the risk of acquiring human immunodeficiency virus (HIV, and little is known about the effects of hormonal contraception in HIV-infected women (adverse events, menstrual disorders, disease progression, antiretroviral therapy interactions. The aim of the present study was to review available data regarding HIV vulnerability and transmission associated with hormonal contraceptives and the use of these contraceptives by women on antiretroviral therapy, with emphasis on drug interactions. In conclusion, it was not possible to offer evidence-based recommendations for the use of hormonal contraceptives among HIV-infected women under antiretroviral therapy. Infectious disease specialists and gynecologists providing care should be cautious about potential

  3. Freqüência da infecção pelo papilomavírus humano em mulheres com ectopia cervical Frequency of human papillomavirus infection in women with cervical ectopia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eddie Fernando Candido Murta

    1999-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: fatores como múltiplos parceiros sexuais, idade, início precoce da atividade sexual, fumo e uso de anticoncepcional oral (ACO têm sido relacionados com a maior incidência de infecção pelo papilomavírus humano (HPV. A presença de ectopia cervical também tem sido relacionada, embora com resultados contraditórios. O objetivo deste é analisar um grupo de mulheres com infecção pelo HPV e verificar a incidência de ectopia cervical. Métodos: foram estudadas 471 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HPV por meio da citologia (critério de Schneider et al. e a relação com a ectopia cervical, uso de ACO e a sexarca. Resultado: dos 471 casos estudados, 182 (38,6% apresentavam ectopia. Das 182 pacientes com ectopia, 157 (86,3% tinham idade igual ou inferior a 30 anos, ao passo que 47,8% das pacientes sem ectopia pertenciam a esse grupo etário (pSUMMARY Purpose: the number of male sexual partners, age, precocious beginning of sexual activity, cigarette smoking and oral contraception were correlated with human papillomavirus (HPV infection, as were cervical ectopia, although with conflicting results. The objective is to analyze a group of women with HPV infection and to verify the incidence of cervical ectopia. Methods: we have studied 471 women with Papanicolaou smears suggesting HPV infection (Schneider et al.'s criteria and its relationship with cervical ectopia, beginning of sexual activity and the use of oral contraceptive. Results: of the total of cases, 182 (38.6% had ectopia. Of these, 157 (86.3% were 30 years old or less, compared to 47.8% of women without ectopia (p<0.001, chi² test. A percentage of 77.4 of cases with ectopia had the beginning of sexual activity before 18 years compared to 71.3% cases without ectopia. Among women with ectopia, 45.7% had taken the pill recently compared to 24.3% which had not (p<0.001, chi² test. Conclusions: it was concluded that the beginning of sexual activity was not

  4. Os saberes experienciais nas práticas educativas das turmas de jornada ampliada atendidas pelo programa mais educação: um estudo de caso em Duque de Caxias/RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Specht da Silva Menezes

    2012-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo analisar como estão sendo desenvolvidos os saberes experienciais nas práticas educativas da Escola Municipal Visconde de Itaboraí no município de Duque de Caxias, a partir da implantação do Programa Mais Educação/Mais Escola. O Programa Mais Educação é a estratégia nacional para fomento da educação integral no país, sendo regulado pelo Decreto 7.083, de 27 de janeiro de 2010. O Programa Mais Escola é a versão do Programa Mais Educação em Duque de Caxias, município do Estado do Rio de Janeiro. Em 2010, o Programa Mais Escola atendeu 18.000 alunos do Ensino Fundamental no município. Para consecução deste trabalho, utilizou-se a metodologia dialética apresentada por Frigotto, tendo como método de organização e análise o estudo de caso. No trabalho de campo, foram realizadas entrevistas semi estruturadas, observação e pesquisas em registro. A análise dos dados foi realizada de acordo com Bardin, análise de conteúdo. O estudo das práticas educativas e dos saberes experienciais teve como referencial central os pressupostos de Tardif sobre saberes docentes. Em síntese, podemos afirmar que os saberes experienciais nas práticas educativas fomentam a formação integral, proporcionando melhoria do desempenho escolar dos alunos no turno regular, conquanto timidamente, pois a articulação dos turnos é um dos maiores obstáculos para efetividade das práticas educativas.Abstract Este estudio tuvo como objetivo analizar cómo se está desarrollando el conocimiento experimental en las prácticas educativas de la Escuela Municipal Visconde de Itaboraí, en el municipio de Duque de Caxias, desde la aplicación del Programa “Más Educación/Más Escuela”. Para ello, se utilizó el método dialéctico impartido por Frigotto, teniendo como método de análisis el estudio de caso. El trabajo de campo se desarrolló a través de entrevistas, observaciones y la investigación de registros. El an

  5. Infecção pelo HIV entre gestantes atendidas nos centros de testagem e aconselhamento em Aids HIV infection among pregnant women attended in testing and counseling centers for AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio José Costa Cardoso

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência do HIV e identificar comportamentos sexuais de risco para a infecção em gestantes que realizaram rotina da assistência pré-natal. MÉTODOS: Estudo transversal com base em registros de atendimentos de 8.002 gestantes (25% do total dos municípios residentes em 27 municípios da Região Sul do Brasil, em 2003, que realizaram testes anti-HIV em Centro de Testagem e Aconselhamento que realizavam pré-natal. Foram coletadas informações sociodemográficas e comportamentais, além dos resultados de testes para sífilis e HIV, nas consultas de aconselhamento individual registradas em banco de dados do Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento. Foram excluídas da base de dados as gestantes que buscaram os Centros para confirmação de sorologia anterior e aquelas encaminhadas ao serviço por apresentarem sintomas de Aids. RESULTADOS: Do total de gestantes estudadas, 0,5% (IC 95%=0,3-0,6 foram positivas para o HIV. A única variável associada com a soropositividade para o HIV foi o nível de escolaridade. A maioria das gestantes se expôs basicamente por meio de relações sexuais sem preservativos com o parceiro único com quem mantinham relação estável. As gestantes mais jovens, solteiras, desempregadas e de menor escolaridade constituíram o grupo de maior exposição. CONCLUSÕES: O Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento revelou-se útil à vigilância epidemiológica da infecção pelo HIV e dos comportamentos de risco no segmento de gestantes e pode vir a sê-lo em relação a outras populações.OBJECTIVE: To estimate HIV prevalence and identify high-risk sexual behavior for infection in pregnant women who were given prenatal assistance. METHODS: Cross-sectional study based on attendance records of 8,002 pregnant women (25% of all municipalities who lived in 27 municipalities in Southern Brazil in 2003 and had anti-HIV tests done in a testing and

  6. Prevalência de coilocitose em biópsias penianas de parceiros de mulheres com lesões genitais induzidas pelo HPV Prevalence of koilocytosis in penile biopsies of partners of women with HPV-induced genital lesions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Azoubel Antunes

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar a prevalência de coilocitose em biópsias penianas de parceiros de mulheres com lesões genitais induzidas pelo HPV e analisar os fatores de risco envolvidos com a infecção peniana. MÉTODOS: foram incluídos neste estudo de coorte transversal 80 parceiros de mulheres com lesões induzidas pelo HPV no período de maio de 2002 a junho de 2003. A média de idade dos pacientes foi de 34,1 anos (variando de 16 a 63. Todos os pacientes negavam ou desconheciam qualquer tipo de lesão genital. Foram submetidos à anamnese específica quanto a presença de sintomas uretrais, passado de doenças sexualmente transmissíveis (DST, número de parceiras sexuais, uso de preservativos e postectomia. Posteriormente foram submetidos à peniscopia com a utilização de soluções de ácido acético e azul de toluidina, tendo sido colhido material para biópsia das lesões de aspecto morfológico sugestivo de contaminação por HPV. A análise estatística foi realizada pelo teste do chi2. RESULTADOS: o exame foi considerado negativo em 24 pacientes (30%. Todos os outros 56 pacientes (70% apresentaram lesões acetobrancas e azul de toluidina positivas. Destes, 53 foram biopsiados, e 41 pacientes (77,3% apresentaram biópsia com alterações histológicas sugestivas de infecção pelo HPV. CONCLUSÕES: a prevalência da infecção genital masculina pelo HPV foi de 51,2%, e nenhum fator de risco analisado foi associado com uma maior prevalência da infecção genital pelo vírus.PURPOSE: to determine the prevalence of koilocytosis in penile biopsies of partners of women with HPV-induced genital lesions, and to analyze the risk factors associated with the penile viral infection. METHODS: a total of 80 partners of HPV-infected women with genital lesions were included in this transversal cohort study. The study was carried out between May 2002 and June 2003. The mean age was 34.1 years (16 to 63. No patient reported any kind of genital lesion

  7. Fatores associados às alterações cérvico-uterinas de mulheres atendidas em um município polo do oeste catarinense Factors associated to uterine-cervix changes in women assisted in a pole town in western Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Bedin

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar as alterações cérvico-uterinas nos exames citopatológicos e seus fatores associados. Métodos: Estudo retrospectivo realizado pela análises dos exames citopatológicos registrados no Sistema de Informação do Câncer no sul do país em 2014. A amostra final resultou em 1.157 laudos. Para a análise dos dados foi utilizado o software SSPP. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa com seres humanos da Universidade Federal da Fronteira Sul sob CAAE nº 46421815.0.0000.5564. Resultados: Predominou nas amostras os lactobacilos como agentes microbiológicos e a Gardnerella vaginalis como agente infeccioso. O colo uterino alterado, a presença de células metaplásicas associado ao diagnóstico de metaplasia foi prevalente nas mulheres de 25 a 34 anos. As inflamações(18,9%, seguido dos achados citológicos(11,8% foram as alterações mais frequentes. Conclusão: Associaram-se ao risco de ocorrência das alterações celulares idade entre 25 a 64 anos, uso da pílula anticoncepcional, Terapia de Reposição Hormonal e epitélio metaplásico.

  8. Diagnóstico precoce e os fatores associados às infecções sexualmente transmissíveis em mulheres atendidas na atenção primária Early diagnosis and correlations of sexually transmitted infections among women in primary care health services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Gianna Luppi

    2011-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST em mulheres permanecem um desafio para a Saúde Pública: elevada prevalência, dificuldade para implantação de estratégias de diagnóstico precoce e elevada ocorrência de sequelas. OBJETIVO: Identificar a prevalência de IST em usuárias de um serviço de atenção primária à saúde em São Paulo. MÉTODOS: Mulheres de 18 a 40 anos foram convidadas para realizar autocoleta de secreção vaginal para a detecção de Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae e Trichomonas vaginalis por meio de Reacão em Cadeia da Polimerase (PCR. As mulheres também responderam a um questionário com questões demográficas e relativas à história sexual face a face ou autoaplicado por meio de um computador. RESULTADOS: Das 781 mulheres incluídas no estudo, as prevalências obtidas foram: Chlamydia trachomatis (8,4%, Neisseria gonorrhoeae (1,9% e Trichomonas vaginalis (3,2%. A positividade para pelo menos uma das três IST foi de 13%. As variáveis associadas independentemente com maior risco de IST foram: idade menor que 20 anos, mais de dois parceiros sexuais na vida e percepção de risco para IST; o uso de preservativo como método contraceptivo foi um fator protetor. CONCLUSÃO: A prevalência encontrada em usuárias indica a necessidade da implantação de estratégias de rastreamento de IST em serviços de atenção primária.INTRODUCTION: Sexually Transmitted Infections (STIs in women remain a public health challenge due to high prevalence, difficulties to implement early diagnosis strategies and high rates of complications. OBJECTIVE: Identify the prevalence of STIs among users of a primary health care clinic in São Paulo. METHODS: Women, 18 to 40 years of age, were invited to self-collect vaginal specimens to be tested for Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, and Trichomonas vaginalis by Polymerase Chain Reaction (PCR. Women were also invited to answer a demographic and

  9. Características de saúde de mulheres em situação de violência doméstica abrigadas em uma unidade de proteção estadual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Monteiro Ferreira

    Full Text Available Resumo A promoção do atendimento às mulheres vítimas de violência implica uma ação não limitada ao combate, mas também à dimensão da assistência dada às vítimas. Este estudo visa conhecer as características sociodemográficas e de saúde das mulheres vítimas de violência que estão/estiveram sob a tutela protetora do Estado, antes e após a Lei Maria da Penha (LMP, bem como a assistência à saúde ofertada. Estudo seccional, exploratório-descritivo, documental, quali-quatitativo realizado em uma unidade de proteção especial de mulheres vítimas de violência do Estado do Ceará no segundo semestre de 2013. Amostra composta por 197 prontuários das mulheres atendidas entre 2001 e 2012. Poucas mudanças ocorreram no perfil de saúde de mulheres vítimas de violência doméstica atendidas pelo Estado, após a promulgação da LMP. Mudanças relevantes ocorreram no padrão de assistência oferecido, tais como maior investigação, promoção e registro de atividades relacionadas à saúde. Ainda é escassa a identificação de sequelas da agressão propriamente dita. Sugere-se inclusão de profissionais da saúde na equipe do abrigo para suprir essa demanda.

  10. Avaliação das ações de atenção às mulheres sob violência no espaço familiar, atendidas no Centro de Apoio à Mulher (Belo Horizonte, entre 1996 e 1998 Estimate of activity women's attention that are constrained in the family environment, Attentive in Centro de Apoio à Mulher (Center of Women's Support, in Belo Horizonte, between 1996-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Matias Alves

    2001-01-01

    Full Text Available Este estudo analisou a política de assistência a mulheres vítimas de violência no contexto familiar e assistidas no Programa Cidadania da Mulher, através de seus dois projetos: Centro de Apoio à Mulher - "Benvinda" e Casa Abrigo - "Sempre Viva", em Belo Horizonte, entre 1996-1998. Os dados foram adquiridos através de questionários semi-abertos e pré-testados, obtendo-se a representação mental das equipes técnica e de apoio (N=14, e de 10% de usuárias do Centro de Apoio no período de 1997-1998 (N=70; além de dados biológicos, psicossociais e das condições econômicas das usuárias entre 1996 e 1998 (N=1529; causas e tipos de violência. Os dados revelam que: a a violência tem aspectos culturais, sociais e econômicas; b estes indicadores descritos sugerem realizar estudos de casos analíticos dentro e fora do espaço familiar, de forma a aprofundar as questões aqui apresentadas; c o programa é importante como política social de emergência por ser um serviço de referência para a população de Belo Horizonte e sua região metropolitana, além de cidades do interior do Estado, buscando maior integração entre as famílias destas com as instituições, na preservação dos direitos humanos e na construção da cidadania.These study analyzed the politic of women assistance's victims by violence in environment familiar and assisted by the program Cidadania da Mulher (Women's Citizenship in two projects "Benvinda" (Welcome and "Casa Abrigo" (Sheltering home in Belo Horizonte (MG, Brazil from 1996 to 1998. The data were obtained with half-open and pretested questionnaires, obtaining the mental representation of the support employees, users 10% (N=70 and technical team, besides biological and social data, life conditions of the original families of the users, causes and types of violence (N= 1529 users between 96 and 98. In conclusion, the data showed: a the violence occur in by culture social and economic, aspects without

  11. Efeito de um programa de condicionamento físico no broncoespasmo induzido pelo exercício em mulheres obesas Effect of a physical fitness program on the exercise-induced bronchospasm in obese women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Padilha Cavalcante Matteoni

    2009-06-01

    Full Text Available O broncoespasmo induzido pelo exercício físico (BIE é uma síndrome clínica caracterizada pelo estreitamento brônquico e ocorre mais frequentemente em indivíduos obesos. OBJETIVO: Avaliar o possível efeito de um programa de condicionamento físico em relação ao BIE em mulheres obesas. MÉTODOS: Trinta e duas mulheres foram divididas em três grupos: grupo A (obesidade ou sobrepeso + treinamento físico, grupo B (obesidade ou sobrepeso e grupo C (controle. Foi aplicado um teste de caminhada de seis minutos antes e após um período de 12 semanas. O BIE foi verificado por meio de um monitor de pico de fluxo expiratório após a aplicação do teste de caminhada. Durante essas 12 semanas, para o grupo A um programa de atividade física foi conduzido três vezes por semana e cada sessão de 60 minutos foi composta por 10 minutos de alongamento, seguidos por 30 de exercícios aeróbios (50% da frequência cardíaca de reserva como intensidade, 15 de exercícios de força de baixa intensidade e cinco de relaxamento e alongamento. RESULTADOS: O programa de treinamento físico causou aumento significativo no pico de fluxo expiratório mínimo após o teste de esforço (pré: 379 ± 16l/min; pós: 405 ± 12l/min; p Exercise-induced bronchospasm (EIB is a syndrome characterized by reduced bronchial lumen and happens more often in obese subjects. OBJECTIVE: To evaluate the possible effect of an exercise training program on EIB in obese women. METHODS: 32 women were divided in three groups: group A (obesity + exercise training, group B (obesity and group C (control. A six-minute walking test was applied before and after 12 weeks. EIB was measured through a monitor of peak of expiratory flow used after the application of the walking test. During the12 weeks, an exercise training program was delivered to group A, three times a week, 60 minutes a day. Each exercise session consisted of 10 minutes of stretching exercises, followed by 30 minutes of

  12. Survival analysis of women with cervical cancer treated at a referral hospital for oncology in Espírito Santo State, Brazil, 2000-2005 Análisis de la supervivencia de mujeres con cáncer de cuello de útero atendidas en un hospital oncológico de referencia en Espírito Santo, Brasil, desde 2000 a 2005 Análise da sobrevida de mulheres com câncer do colo do útero atendidas em hospital de referência para oncologia no Espírito Santo, Brasil, nos anos de 2000 a 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Costa Amorim

    2013-04-01

    Región Serrana (1,94 veces, IC95%: 1,09-3,45 e internamientos hospitalarios crecientes. Las mujeres con internamientos hospitalarios III y IV presentaron un riesgo de 4,33 (IC95%: 3,00-6,24 y 15,40 (IC95%: 9,72-24,39 veces mayor, respectivamente, de tener menor supervivencia cuando se comparaban al estadio I. Los resultados demuestran que el diagnóstico y tratamiento precoces son fundamentales en la reducción de la mortalidad por cáncer de cuello de útero.O câncer do colo do útero corresponde a uma das principais causas de morte por neoplasias na população feminina mundial. O objetivo deste estudo foi analisar a sobrevida de mulheres com câncer do colo do útero atendidas no Hospital Santa Rita de Cássia/Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (HSRC/AFECC durante o período de 2000 a 2005 e descrever os fatores prognósticos associados. Trata-se de um estudo de coorte com utilização de dados secundários retrospectivos, com amostra de 964 casos. Foram utilizados a curva de Kaplan-Meier e o modelo de Cox para avaliação da sobrevida e para análise logística múltipla. Ocorreram 421 (43,6% óbitos no período mínimo de 5 anos de seguimento, com sobrevida global de 58,8% em 5 anos. Identificaram-se como risco a procedência Região Serrana (1,94 vez, IC95%: 1,09-3,45 e estadiamento crescente. As mulheres com estadiamento III e IV apresentaram risco de 4,33 (IC95%: 3,00-6,24 e 15,40 (IC95%: 9,72-24,39 vezes maior, respectivamente, de terem menor sobrevida quando comparadas ao estádio I. Os resultados demonstram que o diagnóstico e tratamento precoces são fundamentais na redução da mortalidade por câncer do colo do útero.

  13. Uso de medicamentos armazenados em domicílio em uma população atendida pelo Programa Saúde da Família The use of medicines storaged in the household in a population assisted by Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geandra Batista Lima

    2010-11-01

    Full Text Available Abordar epidemiologicamente o uso de medicamentos impõe reconhecer que tal prática não se limita a fatores farmacoterapêuticos. O armazenamento adequado e a preservação de medicamentos são fatores fundamentais para a sua eficácia. O presente estudo teve como objetivo verificar a forma de armazenamento/uso de medicamentos em uma comunidade atendida pelo Programa/Estratégia Saúde da Família no município de Cristino Castro (PI, bem como o grau de conhecimento a respeito dos medicamentos mantidos sob sua guarda. Os dados foram obtidos em visitas domiciliares a 52 famílias, a partir de observações e da aplicação de um questionário. Observaram-se baixa renda e baixa escolaridade da população, fatores agravantes na efetiva orientação terapêutica e acesso aos fármacos. Elevado percentual dos medicamentos estocados é adquirido sem prescrição. Destacamos a classe dos antimicrobianos, reforçando o perigo da automedicação. 62% dos responsáveis pela guarda não possuem a orientação mínima para assegurar o uso racional, e 66% não tem ciência da toxicidade. 54,10% dos medicamentos estavam ao alcance de crianças e animais domésticos e 15,92% não possuíam rótulo ou qualquer identificação. Algumas famílias mantêm em estoque medicações básicas, outras acumulam um "arsenal terapêutico".To approach the epidemiological use of medicines is necessary to recognize that such practice is not strictly limited to pharmacotherapy. The appropriate storage and the preservation of medicines are fundamental factors for effectiveness. This study was aimed at verifying the storage form/use of medicines in a community assisted by the Family Health Program in the district of Cristino Castro (PI, Brazil, as well as the level of the people's knowledge regarding drugs storage at home. The data were obtained visiting 52 families, starting with observations and applying a questionnaire. It was observed a low income and education levels, a

  14. Caracterização das vítimas de ferimentos por arma de fogo, atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência em Campo Grande-MS Characterization of victims injured by firearms assisted by the Mobile Emergency Care Service in Campo Grande-MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Sanches

    2009-03-01

    Full Text Available A violência, em todas as suas apresentações, tem crescido de forma avassaladora no país, elevando os indicadores de morbidade e mortalidade por causas externas. O uso das armas de fogo, muitas vezes, faz vítimas fatais ou que podem permanecer sequeladas. Tal fato tem aumentado o ônus do estado com internações hospitalares e acréscimo dos anos de vida perdidos da população jovem, que constitui a grande maioria dessas vítimas. Nesse sentido, o presente estudo objetivou fazer um levantamento das vítimas de ferimentos por arma de fogo, atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência no município de Campo Grande-MS, no período de abril de 2005 a abril de 2007, nos dois primeiros anos de funcionamento, desde a implantação desse serviço na capital do Estado de Mato Grosso do Sul. Realizou-se estudo descritivo, baseado em análise documental do sistema de informação do SAMU do município de Campo Grande-MS. Foram descritos 233 atendimentos. Os resultados evidenciaram 213 vítimas do sexo masculino, a faixa etária mais acometida foi dos 20 aos 24 anos de idade, a cabeça e o pescoço foram as partes do corpo mais atingidas e a região Sul do município de Campo Grande foi a que concentrou maior número de atendimentos. Conclui-se que a violência por arma de fogo em Campo Grande-MS atinge a camada economicamente ativa da população e provém de regiões de bolsões de pobreza e desigualdade social, justificando a implantação de um serviço como o SAMU.Violence has grown in an overwhelming way in Brazil, raising the indicators of morbidity and mortality by external causes. Many times, the use of firearms makes fatal victims or victims who may remain disabled. This fact has increased the State's onus regarding hospital costs and also the number of life years that the young population loses, as it forms the majority of the victims. The present study aimed to survey the victims of injuries caused by firearms, assisted by

  15. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.

  16. Formação para merendeiras: uma proposta metodológica aplicada em escolas estaduais atendidas pelo programa nacional de alimentação escolar, em Salvador, Bahia Professional training for school lunch cooks: a methodological experiment done in state schools supported by the National School Feeding Program in Salvador, Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Catarina Lima Leite

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever uma experiência de formação desenvolvida para merendeiras de escolas atendidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, cujo objeto de análise foi um curso realizado para merendeiras de 97 escolas estaduais, em Salvador (BA. A definição e a implementação da formação apresentou três etapas: sondagem de conteúdos e metodologias junto às merendeiras, desenvolvimento das atividades de formação e avaliação da metodologia do curso pelas merendeiras. RESULTADOS: A consulta às merendeiras possibilitou a indicação dos conteúdos de maior interesse e a metodologia a ser utilizada. O curso teve duração de 20 horas, em turmas de aproximadamente 35 pessoas, e foi realizado em unidades escolares. O programa da atividade apresentou conteúdos diferenciados, incluindo: o Programa Nacional de Alimentação Escolar, a merendeira no sistema da alimentação escolar, princípios de nutrição e alimentação e boas práticas de produção. Como recursos metodológicos foram adotados: teatro, exposição dialogada, oficinas, gincana, experiências práticas, jogos interativos, atividades em grupo, aplicação de formulários e um módulo que contemplava todas as apresentações. Ao final do evento, as merendeiras avaliaram o curso segundo os seguintes aspectos: explicação dos conteúdos, recursos utilizados, ritmo das atividades, atendimento às perguntas, apreensão dos conteúdos, aspectos positivos e negativos e sugestões. CONCLUSÃO: A experiência evidenciou a possibilidade de orientar a construção de um novo modelo de formação, mediante a contribuição e a valorização da consulta ao público-alvo, o que permitiu uma ressignificação das práticas tradicionais de formação e proporcionou maior chance de êxito, devido às demandas específicas apresentadas pelos próprios participantes.OBJECTIVE: This study reports a professional training experiment

  17. Problemas ginecológicos mais freqüentes em mulheres soropositivas para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melo Victor Hugo de

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar os achados ginecológicos mais freqüentes de uma coorte de 300 mulheres infectadas pelo HIV, acompanhadas ambulatorialmente. MÉTODOS: estudo prospectivo e descritivo de mulheres HIV-soropositivas atendidas em clínica ginecológica, no período de novembro de 1996 a dezembro de 2002. As pacientes foram submetidas ao protocolo de atendimento ginecológico que incluiu anamnese, exame ginecológico, colpocitologia oncótica (Papanicolaou, pesquisa de HPV (PCR e colposcopia. A biópsia cervical, quando necessária, foi realizada. Os dados foram armazenados e analisados no Epi-Info, versão 6.0. RESULTADOS: a idade média foi 34,5 anos. Destaca-se o pequeno número de parceiros sexuais, média de três parceiros, e a predominância do contágio heterossexual: 271 (90,6% pacientes adquiriram o vírus por meio do contato sexual com seus parceiros. Foi alta a prevalência de neoplasias intra-epiteliais cervicais (NIC, representando 21,7% do total da amostra. Dentre as 109 pacientes submetidas a PCR encontraram-se 89 (81,7% com algum genótipo do HPV. Esfregaço inflamatório à citologia esteve presente em 69% das pacientes. CONCLUSÕES: a infecção pelo HIV se associa com freqüência a NIC e a processos infecciosos genitais, em especial o HPV.

  18. Todos os cidadãos são iguais perante a constituição: a mulher na luta pelos seus direitos trabalhistas através da justiça do trabalho

    OpenAIRE

    Silva, Amanda Siqueira da; Schneider, Giselda Siqueira da Silva

    2012-01-01

    Dentre os diversos avanços políticos, econômicos e sociais que o Brasil alcançou, um deles visava auxiliar os trabalhadores, a CLT. Durante muito tempo a mulher ocupou na sociedade um papel secundário, onde a esta restava apenas às atividades voltadas para a educação de filhos e cuidados para com o lar. Entretanto conforme a necessidade de mão de obra, a mulher foi inserida no mercado de trabalho e esta, assim como diversos trabalhadores, buscou através da Justiça do Trabalho, solucionar as d...

  19. Clinical profile, quality of life and depressive symptoms of women with urinary incontince attending a university hospital Perfil clínico, qualidade de vida e sintomas depressivos de mulheres com incontinência urinária atendidas em hospital-escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara R. Knorst

    2011-04-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To describe the characteristics of urinary incontinence (UI and to evaluate its impact on health-related quality of life (QOL and depressive symptoms in women referred for physical therapy at a university hospital. METHODS: A descriptive cross-sectional study with demographic data collection related to UI. All women were evaluated through examination and also through depression and QOL questionnaires. RESULTS: Forty-eight women were evaluated (53.8±10.9 years, 47.9% with mixed UI (MUI, 39.6% with stress UI (SUI and 12.5% with urge UI (UUI. In 50% of the cases the urinary loss lasted between 3.3 and 10 years. There was no significant difference in the pelvic floor muscle strength among the different types of UI (P>0.05. Depressive symptoms were detected in 37% of the women. Changes in the QOL were observed in all three groups of women with UI. According to the King's Health Questionnaire (KHQ, women with MUI presented more compromised health perception and greater physical, social, daily activity and personal relationship limitations (POBJETIVOS: Descrever as características da incontinência urinária (IU e avaliar seu impacto na qualidade de vida (QV relacionada à saúde e aos sintomas depressivos de mulheres encaminhadas para atendimento fisioterapêutico em hospital universitário. MÉTODOS: Estudo descritivo transversal com coleta de dados demográficos e dos relacionados à IU. Todas as mulheres foram avaliadas por meio de exame físico e por escalas de depressão e QV. RESULTADOS: Foram avaliadas 48 mulheres (53,8±10,9 anos; 47,9% com incontinência urinária mista (IUM, 39,6% com incontinência urinária de esforço (IUE e 12,5% com incontinência urinária de urgência (IUU. Em 50% dos casos, a perda urinária durou entre 3,3 e 10 anos. Não houve diferença na força da musculatura perineal nos diferentes tipos de IU (P>0,05. Sintomas depressivos foram detectados em 37% das mulheres. Observou-se alteração da QV nos tr

  20. Sida e a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Chaves

    2016-02-01

    Full Text Available Os padrões epidemiológicos da pandemia do VIH/SIDA estão a mudar, fazendo prever que, nos próximos anos, o ratio homem/mulher seja de 1:1. Isto é tanto mais verdade em localizações geográficas onde a transmissão do vírus por via heterossexual é a predominante, com particular relevância para os países em vias de desenvolvimento. De entre estes, África merece destaque, já que aí as cifras assustadoras relativas a esta doença traduzem, de facto, a precariedade da condição de mulheres e crianças.  As mulheres são, no presente, o grupo mais vulnerável à SIDA, não só pelas suas condições anatomofisiológicas, mas também pela sua situação social, económica e cultural. O seu papel na família, como cuidadora, parceira sexual e, eventualmente, mãe coloca-as face aos desafios de uma doença que, apesar de crónica, tem, ainda hoje, um desfecho fatal.  Simultaneamente vítima e portadora/mensageira da doença, a mulher é confrontada com os seus comportamentos passados ("vítima culpada" ou acaba por se ver presa numa teia de contaminações sucessivas. Com frequência, começa por ser contaminada pelo seu parceiro sexual (muitas vezes, como verdadeira "vítima inocente", já que desconhece condutas e passado do homem com quem vive, tornando-se, depois, ela própria, transmissora da doença aos filhos que, provavelmente, tanto quis proteger. Em 80% dos casos de SIDA pediátrica a génese pode ser encontrada na transmissão vertical.

  1. Violência contra a mulher: análise de casos atendidos em serviço de atenção à mulher em município do Sul do Brasil Violence against women: analysis of cases attended in a women care centre in a municipality in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Ferreira Galvão

    2004-08-01

    Full Text Available Este artigo, de caráter descritivo, tem como objetivo apresentar o perfil de mulheres atendidas em um centro de atendimento à mulher em Londrina, Paraná, e caracterizar os casos quanto aos tipos de violência sofrida, queixa principal, ambiente em que ocorreu a violência e tipo de vínculo do agressor com a mulher. Utilizando-se o Programa Epi Info 6.04 montou-se um banco de dados com as informações extraídas das fichas das mulheres atendidas pelo Serviço, no ano de 2001. Do total de 470 fichas analisadas, verificou-se que a média de idade das mulheres é de 34 anos. A maioria, 47,2%, declarou-se casada e 54% possuem um ou dois filhos. Declararam-se chefes de família 38,7% das mulheres. A violência emocional prevaleceu, representando 56,4% dos casos, seguida pela violência física (32,1%. Os principais agressores são os atuais maridos ou companheiros das mulheres (73,4% e o lar é o espaço onde a maioria das agressões ocorre. Considerando-se a complexidade do problema, que está associado à questão da construção social dos papéis masculinos e femininos e da desigualdade existente nas relações entre os gêneros, conclui-se que os serviços de atendimento às mulheres em situação de violência são de fundamental importância e que estes devem estar articulados com os serviços de saúde no desenvolvimento de ações preventivas e na perspectiva da atenção integral à mulher.The objective of this descriptive study is to present the profile of women who were assisted at a women's care center in Londrina, Paraná State, Brazil, and to characterize the cases in relation to types of violence, main complain, environment where the violence occurred and the woman-perpetrator relationship. Information extracted from the records of women assisted in 2001 was processed using the Epi Info software, version 6.04. Of a total of 470 records analyzed, the mean age of the women was 34. The majority (47.2% reported to be married, 54% had

  2. Depression during pregnancy: prevalence and risk factors among women attending a public health clinic in Rio de Janeiro, Brazil Depressão durante a gravidez: prevalência e fatores de risco em mulheres atendidas em uma unidade básica de saúde na cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Krauss Pereira

    2009-12-01

    Full Text Available Depression is the most prevalent psychiatric disorder during pregnancy and is associated with psychosocial and clinical obstetric factors. Despite being an important public health issue, there are few studies about this issue in Brazil. A cross-sectional study was carried out, involving 331 pregnant women attending a public primary health service over a one-year period in Rio de Janeiro city, Brazil. Participants were interviewed about their socio-demographic status, obstetric/medical conditions, life events and violence during pregnancy. Depression was assessed using the Composite International Development Interview. The prevalence of depression during pregnancy was 14.2% (95%CI: 10.7-18.5 and associated factors included: previous history of depression and any psychiatric treatment, unplanned pregnancy, serious physical illness and casual jobs. These data emphasize the need for screening for depression and its risk factors during pregnancy in settings where care is available. Psychosocial interventions and social policies need to be devised for this population.A depressão é o transtorno mental de maior prevalência durante a gravidez e está associada a fatores psicossociais e clínicos/obstétricos. Apesar de ser uma importante questão de Saúde Pública, há poucos estudos sobre o tema no Brasil. Trata-se de um estudo seccional com 331 gestantes atendidas durante o período de um ano na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. As participantes foram entrevistadas sobre características sócio-demográficas, condições médicas/obstétricas, eventos estressantes e violência durante a gravidez. A depressão foi avaliada através do Composite International Diagnostic Interview (CIDI. A prevalência da depressão na gravidez foi 14,2% (IC95%: 10,7-18,5, sendo os fatores associados: história anterior de depressão e de tratamento psiquiátrico, gravidez não-planejada, problema físico grave e trabalho informal. Os resultados reforçam a

  3. Frequency of Mycoplasma hominis and Ureaplasma urealyticum infections in women with systemic lupus erythematosus Freqüência da infecção pelo Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum em mulheres portadoras de lupus eritematoso sistêmico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcyone A. Machado

    2001-06-01

    Full Text Available Ureaplasma urealyticum (UU and Mycoplasma hominis (MH have been detected in the urine of women with systemic lupus erythematosus (SLE. We evaluated the presence of these mycoplasma in the endocervix of women presenting SLE. A total of 40 SLE patients (mean age 40.2 years, and 51 healthy women (mean age 30.9 years, were studied. Endocervical swabs were cultured in specific liquid media for MH or UU, detected by a quantitative color assay, and considered positive at >10³ dilutions. Statistical analysis was performed using the two-tailed Fisher test. UU was detected in 52.5 % of patients and in 11.8% of controls (p= 0.000059. MH was detected in 20% of patients and 2% controls (p=0.003905. Both mycoplasmas were detected in 7.3% patients and 0% controls (pUreaplasma urealyticum (UU e Mycoplasma hominis (MH têm sido detectados em urina de mulheres com lupus eritematoso sistêmico (LES. Avaliamos a presença destes mycoplasmas no endocervix de mulheres apresentando LES. Um total de 40 pacientes com LES (idade média de 40,2 anos, e 51 mulheres sadias (idade média de 30.9 anos, foram estudadas. Swabs do endocervix foram cultivados em meio líquido específico para MH e UU, detectados por teste colorimétrico quantitativo, considerando positivo diluições > 10³ . Análise estatística foi feita usando teste de Fisher. UU foi detectado em 52,5% das pacientes e em 11,8% dos controles (p= 0.000059. MH foi detectado em 20% das pacientes e 2% dos controles (p=0.003905. Ambos mycoplasmas foram detectados em 7,3 % das pacientes e 0% dos controles (p<0.000001. Os resultados aqui reportados corroboram com a associação de infecção por mycoplasma e LES. Estes agentes podem estimular a produção de clones autoreativos.

  4. Diabetes melito como fator associado às disfunções do trato urinário inferior em mulheres atendidas em serviço de referência The association between diabetes mellitus and lower urinary tract dysfunctions in women assisted in a reference service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eneida Gonçalves de Oliveira

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as disfunções do trato urinário inferior e as características demográficas e clínicas de mulheres com queixas urinárias, estimando a prevalência de diabetes melito e de alterações urodinâmicas nestas mulheres. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal, retrospectivo, com análise de 578 prontuários. As prevalências de diabetes melito e de cada diagnóstico urodinâmico nas pacientes com disfunções do trato urinário inferior foram estimadas, com seus respectivos intervalos de confiança de 95%. Foram calculadas as razões de prevalência das alterações urodinâmicas segundo o diagnóstico de diabetes. RESULTADOS: Setenta e sete pacientes (13,3% eram diabéticas e a maioria (96,1% tinha diabetes tipo 2. O diagnóstico urodinâmico mais frequente nas pacientes diabéticas foi o de incontinência urinária de esforço (39%, seguido de hiperatividade do detrusor (23,4%. A prevalência de urodinâmica alterada foi associada à de diabetes melito (RP=1,31; IC95%=1,17-1,48. As alterações de contratilidade do detrusor (hiper ou hipoatividade estiveram presentes em 42,8% das pacientes diabéticas e em 31,5% das não diabéticas. CONCLUSÕES: As mulheres diabéticas apresentaram maior prevalência de alterações urodinâmicas do que as não diabéticas. Não houve associação entre o diabetes e as alterações de contratilidade do detrusor (p=0,80.PURPOSE: to describe lower urinary tract dysfunctions and clinical demographic characteristics of patients with urinary symptoms. This study assessed the prevalence of diabetes mellitus and urodynamic changes in these women. METHODS: We conducted a cross-sectional, retrospective study on 578 women. The prevalence of diabetes mellitus and urodynamic diagnoses was assessed in patients with lower urinary tract dysfunctions, with their respective 95% confidence intervals. The prevalence ratios of urodynamic alterations were calculated according to the diabetes mellitus

  5. Conceitos de mulheres sobre sua menstruação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Yuri Shinohara

    1994-06-01

    Full Text Available Dando prosseguimento às pesquisas anteriores realizadas pelo Núcleo de Assistência para o Autocuidado da Mulher (NAAM sobre aspectos relativos à menstruação, desenvolvemos um trabalho que estudou os conceitos de 705 mulheres sobre sua menstruação. Foram utilizadas informações do banco de dados do NAAM, obtidos na aplicação do Histórico de Saúde da Mulher no Município de Vargem Grande Paulista. O conceito mais relatado pelas mulheres foi o Normal. Isto talvez explique os dados obtidos em trabalhos anteriores, onde muitas mulheres nada fazem para aliviar os sintomas dolorosos da menstruação. O acesso a estes conceitos próprios é importante para elaborar uma assistência de enfermagem de qualidade respeitando as crenças e valores dentro da cultura das mulheres.

  6. Freqüência de diabetes mellitus e hiperglicemia em mulheres chagásicas e não-chagásicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Vitorino Modesto dos

    1999-01-01

    Full Text Available Estudo retrospectivo de 647 mulheres com idade340 anos, atendidas no Hospital-Escola da FMTM, Uberaba-MG. As três sorologias para a doença de Chagas foram negativas nas controles (n = 285 e positivas nas chagásicas (n = 362, que foram classificadas nas formas indeterminada (n = 125, megas (n = 58 e cardíaca (n = 179. Diabetes mellitus foi definido por duas glicemias em jejum3140mg/dl e hiperglicemia por glicemia em jejum > 110mg/dl. Os grupos foram comparados pelos testes do c2, análise de variância, "t" de Student, Kruskal-Wallis e Mann-Whitney, considerando-se significativo p < 0,05. chagásicas e controles estavam pareadas quanto à idade, o índice de massa corporal e a cor. Diabetes mellitus foi mais freqüente na forma cardíaca (15,1%, comparada com as controles (7,4%, megas (7,4% e assintomáticas (5,6%, o mesmo ocorrendo com a hiperglicemia (37,4%, 26,7%, 25,9% e 27,2%, respectivamente, achados que estão de acordo com possível desnervação parassimpática causada pelo Trypanosoma cruzi e conseqüente predomínio da atividade simpática.

  7. Um encontro de mulheres: dar à luz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maysa Luduvice Gomes

    1998-09-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a relação que se estabelece entre a mulher durante o processo de parturição e a enfermeira obstetra, mulher e agente institucional. Discute-se como a experência de submissão é vivenciada pela mulher, sujeito de um processo anátomo-fisiológico, e a forma pela qual se expressa o exercício do poder e dominação da instituição que a enfermeira representa sobre a mulher usuária. Expõe-se a submissão da mulher ao serviço e sua expectativa com relação ao momento do parto, ao medo da dor e aos maus tratos. Analisa-se o poder sutil e educado exercido pela enfermeira sobre a parturiente, mostrando também que é uma mulher que cuida de outra, expressando sua subjetividade, a qual é sufocada pelo padrão da racionalidade científica moderna. A abordagem foi qualitativa e os dados, coletados através da observação participante em entrevista semi-estruturada, foram analisados dialeticamente.

  8. Largada pelo marido! O estigma vivido por mulheres em Tianguá-CE ¡Dejada por el marido! El estigma vivido por mujeres en Tianguá-Ce Abandoned by her husband! The stigma confronted by women in Tianguá-Ce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Moreira

    2007-04-01

    Full Text Available Este artigo descreve um estudo sobre a vivência de rompimento do casamento de mulheres deixadas por seus maridos. Teve como objetivo compreender como mulheres de Tianguá - CE - Brasil vivenciavam a ruptura da relação, descrevendo os fatores reconhecidos como agentes do rompimento da relação amorosa. A partir da experiência vivida morando em Tianguá, nossa hipótese era que essas mulheres vivenciavam o rompimento como uma experiência estigmatizada de desestruturação de sua vida pessoal. Utilizando a metodologia fenomenológica crítica com base na filosofia de Merleau-Ponty, realizamos entrevistas semi-estruturadas com 15 mulheres, com idade entre 25 e 35 anos, que haviam morado com o parceiro e com ele tinham filhos e cuja relação marital tinha se rompido havia pelo menos dois anos. Os resultados confirmaram nossas suspeitas: as mulheres colaboradoras deste estudo se sentiam estigmatizadas, encontrando no corpo um aparato para as emoções que expressavam sua dor e reconhecendo-se como incompetentes e discriminadas pela cultura patriarcal local.Este artículo describe un estudio sobre la vivencia de rompimiento del casamiento de mujeres dejadas por sus maridos. Tuvo como objetivo comprender cómo mujeres de Tianguá-Ce-Brasil vivenciaban la ruptura de la relación, describiendo los factores reconocidos como agentes del rompimiento de la relación amorosa. La partir de la experiencia vivida viviendo en Tianguá, nuestra hipótesis era la de que esas mujeres vivenciaban el rompimiento como una experiencia estigmatizada de desestructuración de su vida personal. Utilizando la metodología fenomenológica crítica, con base en la filosofía de Merleau-Ponty, realizamos encuestas semiestructuradas con 15 mujeres, con edad entre 25 y 35 años, que habían vivido con la pareja y con él tenían hijos y cuya relación matrimonial se había roto hacía por lo menos dos años. Los resultados confirmaron nuestras sospechas: las mujeres

  9. Achados de laparoscopias ginecológicas realizadas em mulheres com dificuldade reprodutiva atendidas em um hospital-escola: série de casos Findings of gynecological laparoscopies in women with reproductive problems in a teaching hospital: a case series

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Conceição Farias Souto Maior

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as características das videolaparoscopias ginecológicas realizadas em pacientes com dificuldade reprodutiva atendidas em um hospital-escola no Recife, Pernambuco. MÉTODOS: foi realizado um estudo descritivo, de base hospitalar, do tipo série de casos. As informações foram obtidas a partir dos relatórios cirúrgicos das videolaparoscopias realizadas no Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira, em Recife, entre janeiro de 2000 e dezembro de 2004. O critério de inclusão foi infertilidade ou estudo pré-recanalização como indicação cirúrgica. Para análise, utilizou-se o programa estatístico Epi-Info 3.3.2. Criaram-se tabelas de medidas de tendência central e de dispersão para as variáveis quantitativas e distribuição de freqüência para as variáveis categóricas. RESULTADOS: foram analisados 462 laudos de laparoscopias, dos quais 295 (63,8% tiveram como indicação a infertilidade ou o estudo para recanalização tubária. A média de idade de ambos os grupos foi de 30 a 34 anos. Nos casos de infertilidade, os achados mais freqüentes foram aderências (60,6%, obstrução tubária (40,9% e endometriose (36,1%. Nos casos de estudo da condição tubária pré-recanalização, das 87 pacientes analisadas, 55,2% apresentavam uma ou ambas as trompas inadequadas. Dentre estas, em 52,1% foi diagnosticada amputação tubária. Os procedimentos mais realizados foram adesiólise (34,2%, biópsias (21%, tratamento da endometriose (10,8% e salpingostomia (8,1%. CONCLUSÃO: a videolaparoscopia apresenta-se como importante instrumento na pesquisa e tratamento dos casos de dificuldade reprodutiva principalmente em serviços que não dispõem de técnicas avançadas de reprodução humana.PURPOSE: to identify the main characteristics of the diagnostic and surgical gynecological laparoscopies carried out in patients with reproductive difficulties at a teaching hospital in Recife, from 2000 and 2004. METHODS: a

  10. Padrão alimentar de mulheres com câncer de mama: um estudo a posteriori

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Sedó Sarkis

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar o padrão alimentar a posteriori de mulheres com câncer de mama. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico. Foram avaliadas 100 mulheres com câncer de mama submetidas à quimioterapia / radioterapia, atendidas em um centro de câncer na cidade de Fortaleza, de Julho-Dezembro de 2012. Os dados clínicos, socioeconômicos e antropométricos foram analisados. Para avaliação do consumo foi utilizado um QFA validado, e o consumo diário de cada alimento foi definido em gramas. Então eles foram agrupados de acordo com sua composição nutricional, seguindo a pirâmide alimentar adaptada à população brasileira, em 10 grupos de alimentos. Resultados: Idade média 50,9 anos, com prevalência de carcinoma ductal (83% em estágio III (60%. A média do IMC indica excesso de peso (28,3 kg/m2 e a circunferência da cintura estava acima do recomendado (98,6 cm. Nós identificamos quatro componentes alimentares e 21% da variância da dieta foi explicado pelo componente alimentar 1 (Risk, com a matriz composta por carne vermelha e processada, óleos e gorduras e cereais. Conclusão: O padrão alimentar das pacientes foi caracterizado por uma dieta de risco.

  11. Consumo alimentar de mulheres sobreviventes de câncer de mama: análise em dois períodos de tempo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Alves de Carvalho Sampaio

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o consumo alimentar de dois grupos de mulheres portadoras de câncer de mama atendidas em dois períodos distintos: 1999-2004 e 2005-2009. MÉTODOS: Estudo documental, com abordagem descritiva e comparativa. Foram coletados dados de identificação e de ingestão alimentar nas fichas de 154 pacientes portadoras de câncer de mama atendidas em serviços de referência de Fortaleza (CE: 66 no período de 1999-2004 e 88 no de 2005-2009. Foram considerados como integrantes do hábito os alimentos consumidos pelo menos quinzenalmente por, no mínimo, 50% das pessoas. Calculou-se a prevalência de consumo de alimentos, sendo os padrões dos dois períodos comparados pela aplicação dos testes Quiquadrado ou exato de Fisher, e adotouse p<0,05 como nível de significância. RESULTADOS: Os hábitos alimentares dos dois grupos foram semelhantes, exceto quanto ao maior consumo de leite e de cenoura e menor consumo de manga e caju, além de uma tendência ao aumento no consumo de óleo de soja, observada no grupo atendido mais recentemente. O aumento de leite e de cenoura pode configurar proteção contra a recidiva da doença, mas a redução do consumo das frutas citadas pode significar maior risco: aliás, foram baixas as prevalências de consumo de frutas e hortaliças pelos dois grupos de mulheres. CONCLUSÃO: Os achados apontam para uma lacuna na abordagem educativa das pacientes tanto no passado como na atualidade, o que comprova a necessidade de incentivar maior consumo e variedade de hortaliças e frutas e menor consumo de cereais refinados, gorduras, açúcar e refrigerantes.

  12. Mulher e família no Programa Bolsa-Escola: maternidades veiculadas e instituídas pelos anúncios televisivos Woman and family at the Bolsa-Escola Program: maternities propagated and instituted through TV advertisements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carin Klein

    2007-12-01

    Full Text Available Este artigo problematiza alguns processos de produção e veiculação de representações de maternidade, tomando como referência o Programa Nacional Bolsa-Escola, e insere-se no campo da teorização cultural, principalmente na perspectiva dos Estudos Culturais e dos Estudos Feministas, nas vertentes que têm proposto uma aproximação crítica com a análise pós-estruturalista. Para a operacionalização do trabalho, selecionei um conjunto de anúncios televisivos que divulgaram o Programa à população no primeiro ano de sua implantação. Exploro os anúncios com o intuito de analisar os diferentes modos de representar e significar a maternidade. Discuto como se organiza e divulga, no âmbito do Programa, um conjunto de ensinamentos e propostas a serem desenvolvidas, principalmente na família, a fim de buscar (recolocar, sobretudo, as mulheres-mães e a educação das crianças no centro desses debates.This work discusses and questions some processes of production and propagation of maternity representations, having the National Bolsa-Escola Program as its starting point, and localized in the field of cultural theory, mainly from the perspectives of both Cultural Studies and Feminist Studies, with a critical approximation to the post-structuralist analysis. In order to carry out the work, I have selected a series of television advertisements used to publicize the Program in its first year of implementation. I have explored these advertisements in order to analyze the different ways through which maternity has been represented and meant. I have discussed how a set of teachings and proposals was publicized in the Program so as to be mainly developed by the families, thus relocating women/mothers and children’s education into the center of those debates.

  13. Mulheres vítimas de estrupo: contexto e enfrentamento dessa realidade Women rape victims: experiences and confrontation of this reality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Sudário

    2005-12-01

    Full Text Available Este artigo, parte da dissertação de mestrado da autora, analisa o contexto do estupro e seu enfrentamento pelas mulheres vitimadas e descreve o comportamento do estuprador com base na percepção da vítima. Cinco mulheres atendidas em um hospital de referência em HIV/AIDS responderam a entrevistas semi-estruturadas submetidas à técnica de análise de conteúdo. Os resultados evidenciaram a vulnerabilidade da mulher, não somente em lugares ermos e vias públicas, mas também no trabalho e residência. Diante da frieza e crueldade do estuprador, que manifesta oscilações comportamentais variáveis, desde ameaças de morte até choro após a violência, a mulher lança mão de estratégias de libertação e sobrevivência. A busca pelo atendimento configura-se em uma verdadeira via-crucis. Entretanto, a despeito dos traumas adquiridos, as mulheres mostraram profunda resiliência.This article, as part of the authors' dissertation for her Masters degree, analyzes the experience of rape and the way victims face the problem. It also describes the behavior of the rapist based on the victims' view. Five women, who were being attended in a HIV/AIDS reference hospital, answered semi-structured interviews that were submitted to the technique of content analysis. The results show the vulnerability of woman, not only in deserted places and public ways but also at work and at home. The victims use strategies of liberation and survival at the moment of rape, in face of the rapist who reveals himself as being cruel and cold, with emotional oscillations that may vary from death threats to crying after the rape. Reaching out for assistance constitutes a real via cruxes for the victims. However, despite the traumas, they have demonstrated a profound capacity of resilience.

  14. Influência dos sintomas climatéricos sobre a função sexual de mulheres de meia-idade Influence of menopausal symptoms on sexual function in middle-aged women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Uchôa Leitão Cabral

    2012-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência dos sintomas climatéricos na função sexual de mulheres de meia-idade. MÉTODOS: Estudo populacional de corte transversal, com amostra de 370 mulheres entre 40 e 65 anos, atendidas nas Unidades Básicas de Saúde da cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Norte, Brasil. Aplicou-se um questionário referente s características sociodemográficas, clínicas e comportamentais das mulheres. A função sexual foi avaliada pelo Female Sexual Function Index (FSFI, enquanto os sintomas do climatério pelo Menopause Rating Scale (MRS. RESULTADOS: No grupo estudado, 67% das mulheres apresentaram risco de disfunção sexual (FSFI≤26,5. Todos os domínios do FSFI (desejo, excitação, lubrificação, orgasmo, satisfação e dor apresentaram escores mais baixos nas mulheres com risco de disfunção sexual (pPURPOSE: To evaluate the influence of climacteric symptoms on the sexual function in middle-aged women. METHODS: A cross-sectional population study was conducted on a sample of 370 middle-aged women, aged 40 to 65 years-old, cared for at the Basic Health Units in Natal, in the state of Rio Grande do Norte, Brazil. We used a questionnaire containing questions on sociodemographic, clinical, and behavioral characteristics. Sexual function was evaluated by the Female Sexual Function Index (FSFI, while the menopause symptoms by the Menopause Rating Scale (MRS. RESULTS: In the studied group, 67% of the women reported risk for sexual dysfunction (FSFI≤26.5. All FSFI domains (desire, arousal, lubrication, orgasm, satisfaction, and pain were lower in women with risk for sexual dysfunction (p<0.001. The arousal, orgasm, and pain domains were most likely to contribute to lower FSFI scores. All somatovegetative, urogenital, and psychological MRS symptoms were more elevated in women with risk for sexual dysfunction, being significant for all comparisons (p<0.001. Logistic regression analysis revealed that the likelihood of

  15. Freqüência de infecção pelo Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum em mulheres inférteis e relação com repercussões clínicas Frequency of infection with Mycoplasma hominis and Ureaplasma urealyticum in infertile women and clinical repercussions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Araujo Penna

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar a freqüência de infecção pelo Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum e relacioná-la a variáveis clínicas de mulheres inférteis. MÉTODOS: estudo transversal com 322 pacientes inférteis submetidas à coleta de swab endocervical para pesquisa de Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum, de outubro de 2002 a maio de 2004. Todas as pacientes foram submetidas a protocolo básico de investigação clínica e laboratorial da infertilidade. Como controle, utilizou-se série histórica de 51 mulheres não gestantes, previamente pesquisadas quanto aos agentes infecciosos estudados. RESULTADOS: a freqüência de infecção pelo Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum foi de 4,9% nas pacientes inférteis e 13,8% no grupo controle. Entre as pacientes inférteis observou-se relação entre a presença dos dois patógenos e alterações no resultado da histerossalpingografia (OR: 3,20; IC 95%: 1,05-9,73, presença de dispareunia (OR: 10,72; IC 95%: 3,21-35,77 e corrimento vaginal (OR: 8,5; IC 95%: 2,83-26,02, além de cultura endocervical positiva para Escherichia coli (OR: 16,09; IC 95%: 4,95-52,25. CONCLUSÃO: a taxa de infecção pelo Mycoplasma hominis e Ureaplasma urealyticum é baixa em pacientes inférteis e está associada a seqüelas reprodutivas tardias.PURPOSE: to determine the frequency of Mycoplasma hominis and Ureaplasma urealyticum infection, and relate it to the associated clinical variables of infertile women. METHODS: transversal study involving 322 infertile women, submitted to collection of endocervix swab for research of Mycoplasma hominis and Ureaplasma urealyticum infecction, from October 2002 to May 2004. All patients were submitted to a basic infertility investigation protocol. As control, a historical series of 51 non-pregnant women previously investigated as for the studied infectious agents, was used. RESULTS: the frequency of Mycoplasma hominis and Ureaplasma urealyticum infection was 4

  16. Diagnósticos de enfermagem do Padrão Mover em idosos de uma comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família Diagnósticos de enfermería del Patrón Movimiento en ancianos asistidos por el Programa Salud de la Familia Nursing diagnoses of the Pattern of Mobility in the elderly attended by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Aparecida de Oliveira Araújo

    2005-03-01

    Full Text Available Com o envelhecimento, eleva-se a ocorrência de incapacidade ou risco para perda da mobilidade nos idosos. Objetivamos estudar a ocorrência de 22 Diagnósticos de Enfermagem do Padrão Mover em idosos, em relação a freqüência, sexo e idade. Trata-se de estudo exploratório, que incluiu 75 idosos atendidos por uma equipe do Programa Saúde da Família em Goiânia (GO. Verificamos que 97,3% da amostra apresentou pelo menos um dos diagnósticos estudados. Os diagnósticos com maiores freqüências foram Mobilidade Física Prejudicada (90,7%, Padrão do sono perturbado (89,4% e Manutenção ineficaz da saúde (75,9%. Não encontramos diferença estatisticamente significativa entre a freqüência de diagnósticos entre homens e mulheres. Identificamos diferença estatisticamente significativa entre a freqüência de diagnósticos e a idade. Percebemos que existem características especificas da amostra que sugerem a necessidade de que cada equipe do Programa Saúde da Família avalie sua respectiva clientela a fim de direcionar intervenções precoces e apropriadas.Con el envejecimiento, aumenta la ocurrencia de incapacidad o el riesgo para la pérdida de la movilidad en los ancianos. Nuestro objetivo fue estudiar la ocurrencia de 22 Diagnósticos de Enfermería del patrón movimiento en los ancianos, en relación a la frecuencia, sexo y edad. Se trata de uno estudio exploratorio que incluyó a 75 ancianos, asistidos por una equipo del Programa Salud de la Familia en Goiania (Brasil. Verificamos que el 97,3% de la muestra presentó por lo menos un diagnóstico. Los diagnósticos con mayores frecuencias fueron: movilidad física perjudicada (90,7%, modelo del sueño alterado (89,4% y manutención ineficaz de la salud (75,9%. No encontramos diferencia estadísticamente significativa entre la frecuencia de los diagnósticos entre hombres y mujeres. Identificamos diferencia estadísticamente significativa entre la frecuencia de los diagnósticos y

  17. Perfil das intoxicações na infância atendidas pelo Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul (CIT/RS, Brasil Caseload of poisoning among children treated by the Rio Grande do Sul State Toxicology Information Center (CIT/RS, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Luiza Job Ramos

    2005-08-01

    Full Text Available Estudo transversal descritivo analítico para estabelecer perfil das intoxicações em crianças de 0 a 4 anos, registradas no Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul (CIT/RS, Porto Alegre, Brasil, 2003. Selecionados 1.311 casos, extraíram-se dados de crianças que sofreram intoxicação acidental individual dentro de suas residências. Em uma amostra do tipo aleatória sistemática de 286 pacientes, foram realizadas 21 entrevistas com responsáveis legais das crianças, utilizando-se instrumento estruturado. O perfil da intoxicação apresentou faixa etária de um ano; gênero masculino; via de exposição oral; agente tóxico localizado no chão da sala de estar ou no quarto; altura do móvel inferior a 30cm; horário da intoxicação entre 18h01-22h; tempo entre o acidente e a busca por uma conduta médica menor que 30 minutos; medicamento analgésico como agente tóxico; avaliação da intoxicação como não tóxica, evoluindo para a cura. Os dados indicam características relevantes quanto ao horário da intoxicação e local em que se encontravam os agentes tóxicos. A definição do perfil permite orientar e incrementar campanhas de prevenção de acidentes tóxicos na infância promovidas pelos órgãos públicos de saúde.This was an analytical, descriptive, cross-sectional study to establish the profile of poisonings among children 0 to 4 years of age reported to the Rio Grande do Sul State Toxicology Information Center (CIT/RS in Porto Alegre, Brazil, 2003. A total of 1,311 cases were selected and data were extracted on children who had suffered individual accidental poisoning inside the home. From a systematic random sample of 286 patients, 21 interviews were held with the children's parents or guardians, using a structured instrument. The typical profile of poisoning featured: < 1 year age bracket; male gender; oral exposure; poisonous agent located on living room or bedroom floor; furniture height < 30cm; time

  18. Prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres com infertilidade Prevalence of thrombophilic factors in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Góes e Silva Soligo

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar a prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres inférteis. MÉTODOS: estudo de corte transversal, no qual foram admitidas mulheres inférteis atendidas em clínica privada e submetidas à investigação de trombofilia, conforme protocolo da referida clínica, no período de março de 2003 a março de 2005, após aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. Foram incluídas mulheres com história de infertilidade, definida como um ano de coito desprotegido sem concepção. Foram excluídas mulheres com hepatopatia e dados incompletos em prontuário, obtendo-se uma amostra de 144 mulheres. Os fatores trombofílicos avaliados foram: o anticorpo anticardiolipina (ACL, o anticoagulante lúpico (ACGL, a deficiência de proteína C (DPC, a deficiência de proteína S (DPS, a deficiência de antitrombina III (DAT, a presença do fator V de Leiden, uma mutação no gene da protrombina e a mutação do metileno tetrahidrofolato redutase (MTHFR. Resultados: os valores de prevalência obtidos para ACL e ACGL foram de 2%. A prevalência dos fatores trombofílicos hereditários foram: DPC=4%, DPS=6%, DAT=5%, fator V de Leiden=3%, mutação da protrombina=3% e mutação MTHFR=57%. CONCLUSÕES: das 144 pacientes selecionadas, 105 mulheres, ou seja, 72,9% apresentavam pelo menos um fator trombofílico presente. Isto reforça a importância e justifica a necessidade da investigação destes fatores neste grupo de mulheres.PURPOSE: to establish the prevalence of thrombophilic factors in infertile women. METHODS: a cross-sectional study was performed, in which infertile women, seen in a private clinic with investigation for thrombophilia were included, according to the protocol of the clinic, between March 2003 and March 2005, after the approval of the Research Ethics Committee of the Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. One hundred and forty-four infertile women without any liver

  19. Nursing Care of Women Who Suffered Sexual Violence Atención de enfermería a mujeres que sufren violencia sexual Atendimento de enfermagem às mulheres que sofrem violência sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José dos Reis

    2010-08-01

    ón prestada se mostró adecuada y con mejor calidad en el plantón nocturno.O objetivo deste estudo foi caracterizar a assistência de enfermagem prestada pelo enfermeiro às mulheres que sofreram violência sexual, atendidas no Hospital da Mulher -CAISM/Unicamp. Foi realizado estudo retrospectivo e descritivo com 146 fichas de atendimento de enfermagem a mulheres, entre junho de 2006 a maio de 2007. Os resultados mostraram que a maioria dos atendimentos ocorreu durante o período diurno, houve coerência entre as intervenções e os diagnósticos de enfermagem identificados, e as mulheres relataram que receberam orientações de acordo com o protocolo do programa. O tempo da consulta de enfermagem foi maior no período noturno (p=0,0227 e essas mulheres mais frequentemente conheciam os riscos de saúde, decorrentes da violência sexual (p=0,0072, adequaram os horários do antirretrovirais, de acordo com suas atividades diárias (p=0,0397, e estavam mais orientadas quanto à finalidade das sorologias (p=0,0351. Conclui-se que o atendimento prestado mostrou-se adequado e com melhor qualidade no plantão noturno.

  20. Assistência oncológica pelo SUS a mulheres com câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro Public care for breast cancer women in the state of Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Brito

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: A nova política de assistência oncológica do Sistema Único de Saúde, implantada em novembro de 1999, propôs modificações substanciais na forma de credenciamento das unidades de tratamento. O objetivo do estudo foi descrever o perfil do atendimento ao câncer de mama e de suas usuárias, após a implantação dessa nova política. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo sobre o tratamento do câncer de mama nas unidades credenciadas pelo Sistema Único de Saúde, no Estado do Rio de Janeiro, de 1999 a 2002. As informações foram obtidas a partir das unidades de atendimento, por meio da ficha de cadastro ambulatorial do Sistema Único de Saúde, e das pacientes, pelas autorizações de procedimentos de alta complexidade em oncologia e de prontuários. Foi analisada uma amostra aleatória simples de 310 prontuários, provenientes das 15 unidades credenciadas. Para a análise dos dados utilizou-se a distribuição percentual dos dados pelas categorias de interesse e o teste chi2 para avaliar a associação entre variáveis. RESULTADOS: Houve predomínio do tratamento nos Centros de Alta Complexidade Oncológica (81,3%; em unidades públicas (73,5% e localizadas na capital do Estado (78,1%. Observou-se má distribuição dos atendimentos em relação às unidades credenciadas, com 70% dos tratamentos sendo executados por apenas uma única unidade assistencial. O perfil de uso das intervenções terapêuticas variou nas unidades isoladas credenciadas entre pacientes cobertas e não cobertas por planos de saúde, com as últimas apresentando menor uso das intervenções consideradas. Foi identificada a subutilização de terapêuticas recomendadas, bem como o uso de intervenções contra-indicadas. A caracterização da população estudada mostrou que 43,9% foram diagnosticadas sem a perspectiva de cura e 68,4% residiam em municípios com serviço oncológico credenciado. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram diferen

  1. Associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical diagnosticada pela histopatologia em mulheres infectadas pelo HIV Association between CD4+ T-cell count and intraepithelial cervical neoplasia diagnosed by histopathology in HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barroso Zimmermmann

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical em pacientes HIV positivas. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram incluídas 87 pacientes infectadas pelo HIV, confirmado por testes sorológicos prévios. Todas eram portadoras do HPV cervical, diagnosticado por meio da reação em cadeia da polimerase. Foram realizados anamnese, exame físico e colposcopia de todas em pacientes. A biópsia do colo uterino foi realizada quando indicada pelo exame colposcópico. Os resultados histopatológicos foram classificados com neoplasia intra-epitelial de baixo grau (NIC I ou de alto grau (NIC II e II. A associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão foi verificada por meio da comparação de médias utilizando a análise da variância (ANOVA. RESULTADOS: entre as 60 pacientes biopsiadas foram encontrados 24 casos (40,0% com NIC I, oito (13,3% NIC II, três (5% NIC III, 14 (23,3% pacientes somente com cervicite crônica e 11 (18,3% apresentando efeito citopático produzido pelo HPV, mas sem perda da polaridade celular. Isso equivale a 35 mulheres com lesão intra-epitelial de baixo grau (NIC I + HPV (58,3% e 11 (18,3% com lesão intra-epitelial de alto grau (NIC II + NIC III. A associação entre a média da contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial cervical não foi significativa (p=0,901. CONCLUSÕES: não houve associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial do colo uterino, diagnosticada pelo exame histopatológico.PURPOSE: to evaluate association between CD4+ cell count and cervical intraepithelial lesion severity in HIV-infected women. METHODS: cross-sectional study of 87 HIV-infected patients which were confirmed by previous serologic examinations. All had cervical HPV diagnosed by polymerase chain reaction (PCR. All patients underwent anamnesis, physical examinations and

  2. Fatores associados à obesidade global e à obesidade abdominal em mulheres na pós-menopausa

    OpenAIRE

    França,Ana Paula; Aldrighi,José Mendes; Marucci,Maria de Fátima Nunes

    2008-01-01

    OBJETIVOS: avaliar a prevalência de obesidade global e obesidade abdominal, em mulheres pós-menopausa, segundo o grau de instrução, nível de atividade física, uso de terapia hormonal na menopausa (THM) e paridade. MÉTODOS: foram entrevistadas 157 mulheres na pós-menopausa, atendidas em dois ambulatórios públicos da cidade de São Paulo, São Paulo, Brasil. A obesidade foi determinada segundo o índice de massa corporal (IMC > 30,0) e segundo o percentual de gordura corporal (%GC > 37%). A obesid...

  3. Largada pelo marido! O estigma vivido por mulheres em Tianguá-CE ¡Dejada por el marido! El estigma vivido por mujeres en Tianguá-Ce Abandoned by her husband! The stigma confronted by women in Tianguá-Ce

    OpenAIRE

    Virginia Moreira; Dilcio Guedes

    2007-01-01

    Este artigo descreve um estudo sobre a vivência de rompimento do casamento de mulheres deixadas por seus maridos. Teve como objetivo compreender como mulheres de Tianguá - CE - Brasil vivenciavam a ruptura da relação, descrevendo os fatores reconhecidos como agentes do rompimento da relação amorosa. A partir da experiência vivida morando em Tianguá, nossa hipótese era que essas mulheres vivenciavam o rompimento como uma experiência estigmatizada de desestruturação de sua vida pessoal. Utiliza...

  4. Atendimento de emergência a mulheres que sofreram violência sexual: características das mulheres e resultados até seis meses pós-agressão Emergency care for women following sexual assault: characteristics of women and six-month post-aggression follow-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Tadayuki Oshikata

    2005-02-01

    Full Text Available Avaliou-se o processo e os resultados do tratamento a mulheres vítimas de violência sexual em Hospital Universitário. Estudo prospectivo para avaliar o atendimento de emergência e o seguimento ambulatorial por seis meses de 166 mulheres, pós-púberes, atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre outubro de 1999 e fevereiro de 2002. Metade era menor de vinte anos, duas não eram alfabetizadas, 70,0% eram solteiras, 20,0% usavam anticoncepcionais, 80,1% foram atendidas até 24 horas pós-agressão. Os agressores eram desconhecidos em 80,0% dos casos e 95,0% tiveram relação vaginal. Anticoncepção de emergência foi administrada a 76,0% das mulheres, antibióticos a 98,0%, imunoglobulina para hepatite B a 95,0% e anti-retrovirais a 90,0%. Retornaram aos 14 dias 137 mulheres, 37,0% não retornaram aos 45 dias e 29,0% completaram seis meses de seguimento. Foi diagnosticado hepatite B e HPV em 2,6%, doença inflamatória pélvica e tricomoníase em 2,1%, sífilis 1,3%, além de três gestações entre 127 que receberam anticoncepção de emergência (2,6%. Não houve infecção pelo HIV. O atendimento de emergência a vítimas de violência sexual é eficiente em reduzir o número de gestações indesejadas e das DST.This study evaluated the process and results of treatment for women at a university hospital after sexual violence. A prospective study of 166 women (> 12 years of age treated from October 1999 to February 2002 included six months follow-up after aggression. Half of the women were under 20 years of age, two were illiterate, 70.0% unmarried, 20.0% used contraceptives, and 80.0% received treatment within the first 24 hours post-aggression. Nearly 80.0% of aggressors were unknown to victims and 95.0% of the cases involved vaginal penetration. Emergency contraception was administered to 76.0%, antibiotics to 98.0%, hepatitis B immunoglobulin to 95.0%, and HIV anti

  5. Papilomavírus Humano (HPV e sua associação entre lesões cervical e anal em mulheresHuman papillomavirus (HPV and its association between cervical and anal injuries in womendoi:10.12662/2317-3076jhbs.v4i3.860.p174-180.2016

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Maria Oliveira Brito

    2016-09-01

    Full Text Available Introdução: Entre as doenças virais sexualmente transmissíveis, a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV configura-se como a mais comum, e sua incidência vem aumentando acentuadamente nos últimos trinta anos. A infecção anal por subtipos específicos do HPV predispõe o indivíduo à neoplasia intraepitelial anal, que pode evoluir para o câncer de forma similar ao colo uterino. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar a associação tipo-específica entre infecções anais e cervicais, assim como os aspectos citopatológicos das lesões anais pelo vírus HPV em mulheres de São Luís, Maranhão. Métodos: Estudo analítico transversal com 27 mulheres atendidas no Centro de Pesquisa Clínica da UFMA, entre agosto de 2012 e julho de 2015, mediante entrevista e realização de exames complementares. Resultados: As mulheres tinham, em média, 32 anos. Em relação ao resultado do PCR, 77,7% das pacientes apresentaram resultado positivo para HPV anal, sendo o subtipo 16 o mais frequente (47,6%. Na região cervical, 88,8% apresentaram PCR positivo, sendo o mais comum o subtipo 16 (47,8%. A coinfecção anal e cervical pelo HPV foi observada em 74% das mulheres. 93,3% dos resultados de citologia anal não apresentaram alteração, assim como 72,2% das anuscopias realizadas. Conclusões: A infecção cervical por HPV é um fator sugestivo de risco para o desenvolvimento da infecção na região anal.

  6. Risco de infecção pelo HIV: como mulheres moradoras em uma favela se percebem na cadeia de transmissão do vírus Riesgo de infección por el HIV: como mujeres moradoras en un asentamiento humano se perciben en la cadena de transmisión del virus The risk of HIV infection: perception of women living in a slum about their participation in the virus transmission chair

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    2003-02-01

    Full Text Available O número de casos notificados de AIDS em mulheres, no Brasil, continua em progressão. Esse fato motivou a realização deste estudo que foi desenvolvido com abordagem qualitativa, tendo como referencial teórico a Antropologia Cultural e o método etnográfico para a coleta e a análise dos dados. Objetivou identificar a percepção de risco de infecção pelo HIV, de mulheres moradoras em uma favela localizada na cidade de São Paulo, Brasil. Constou de entrevistas e de observação participante do contexto. Os resultados mostraram que essas mulheres demonstram conhecimentos sobre AIDS e reconhecem as várias formas de transmissão do HIV, bem como medidas de prevenção pela via sexual. Verificou-se, também, que essas mulheres não se vêem suscetíveis à infecção pelo HIV, por meio de seus parceiros, dependendo deles para se manterem saudáveis, bem com a sua família. Essa maneira de pensar e de agir pode estar contribuindo para a heterossexualização da AIDS no país.Los datos epidemiológicos vienen demostrando progreso en el número de casos notificados de SIDA en mujeres , en Brasil. Este hecho motivó la realización del presente estudio desarrollado con abordaje cualitativo, teniendo como referencial la Antropología Cultural y el método etnográfico para la recolección y análisis de los datos. Buscó identificar la percepción de riesgo de infección por el HIV de mujeres moradoras en un asentamiento humano localizado en la ciudad de São Paulo. Constó de entrevistas y de observación participante del contexto, en el período de 1995 a 1998. Los resultados mostraron que las mujeres de esta comunidad demuestran conocimientos sobre SIDA y reconocen las diversas formas de transmisión del HIV, así como el medio de prevención por la vía sexual. El análisis de los datos culturales mostró que estas mujeres no se ven susceptibles a la infección por el HIV a través de su pareja, no obstante, dependen de ellos para mantenerse

  7. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa

    2008-09-01

    Full Text Available A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que as gestoras apresentam idade entre 33 e 54 anos, na maioria casadas e com filhos, e com formação acadêmica de nível superior. A maioria trabalha mais de nove horas por dia. Participam, em média, com 50% do valor no orçamento familiar. Consideram-se, em sua maioria, mulheres de sucesso. Entendem como estratégia a necessidade de conhecimento acerca do negócio e a dedicação à empresa. Os resultados do estudo são semelhantes aos encontrados na literatura de empreendedorismo feminino.

  8. Profile of the Population Cared for in a Referral Emergency Unit Perfil de la población atendida en una unidad de emergencia de referencia Perfil da população atendida em uma unidade de emergência referenciada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriella Novelli Oliveira

    2011-06-01

    su mayoría adulto y joven, en edad productiva, de sexo femenino, con demanda espontánea y en el período diurno en días útiles. Las atenciones apuntaron para quejas de baja complejidad.O conhecimento das características da população que frequenta um serviço de emergência constitui ferramenta de planejamento de ações em saúde. O objetivo deste estudo foi identificar o perfil sociodemográfico e as principais queixas da população adulta, atendida na unidade de emergência referenciada (UER. O método usado foi o descritivo/retrospectivo, desenvolvido na UER de um hospital de ensino no interior do Estado de São Paulo. A amostra ficou constituída pelos boletins de atendimento (BAU, referentes ao período de janeiro a dezembro/2008. O instrumento utilizado foi estruturado com base nos dados do BAU.. Os resultados mostraram que a procura espontânea foi feita por mulheres jovens (14 aos 54 anos dos bairros próximos à UER, durante a semana e no horário das sete às dezenove horas. As queixas mais frequentes foram: cefaleia, lombalgia, dores (abdominal, torácica. Conclui-se que o perfil da amostra foi, na maioria, composta por adulto jovem, idade produtiva, sexo feminino, demanda espontânea e no período diurno em dias úteis. Os atendimentos apontaram para queixas de baixa complexidade.

  9. Mulheres vivendo com aids e os profissionais do Programa Saúde da Família: revelando o diagnóstico Mujeres viviendo con sida y los profesionales del programa salud de la família: revelando el diagnóstico Women living with aids and the family health program professionals: disclosing the diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Cristina Ferreira

    2008-09-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo qualitativo realizado com mulheres infectadas pelo HIV/aids atendidas por um serviço especializado em DST/aids e matriculadas por uma equipe do Programa Saúde da Família. Teve como objetivo identificar quais as motivações para abrir a privacidade de suas informações para a equipe de PSF das mulheres soropositivas ao HIV/aids. Foi realizado por meio de entrevistas semi-estruturadas, analisadas com o referencial teórico da bioética. Verificou-se que as mulheres revelam o diagnóstico à equipe de PSF quando: o diagnóstico de soropositividade foi feito na unidade; sentem que são melhor atendidas por serem soropositivas ao HIV; têm vínculo como se fossem familiares; confiam; e sentem que não sentem pena. E não revelam quando: a atitude do profissional gerou medo e insegurança; acham que o PSF cuida de pessoas acamadas; não confiam por medo de quebra do sigilo; e já possuem toda assistência que precisam no SAE.Este es un estudio cualitativo realizado con mujeres infectadas con el VIH/SIDA atendidas por un servicio especializado en DST/SIDA y matriculadas por un equipo del Programa Salud de la Familia. Tuvo como objetivo identificar cuáles son las motivaciones de las mujeres seropositivas al VIH/SIDA para abrir la confidencialidad de sus informaciones al equipo del PSF. Se llevó a cabo por medio de entrevistas semi-estructuradas, analizadas con el referencial teórico de la bioética. Se verificó que las mujeres revelan el diagnóstico al equipo del PSF cuando: el diagnóstico de seropositividad se realizó en la unidad; sienten que son mejor atendidas por ser seropositivas al VIH; tienen vínculo como si fuesen familiares; confían; y manifiestan que no sienten pena. Y no revelan cuando: la actitud del profesional generó miedo e inseguridad; consideran que el PSF cuida a personas enfermas; no confían por miedo a la quiebra del sigilo; y ya poseen toda la asistencia que necesitan en el SAE.This qualitative

  10. Polimorfismos em genes de reparo do DNA (XPC, ERCC1, XRCC7) em mulheres com câncer do colo do útero

    OpenAIRE

    Saffar, Issamir Farias [UNIFESP

    2010-01-01

    Estudos demonstram que polimorfismos em genes relacionados ao reparo do DNA estão envolvidos na patogênese de diversas doenças neoplásicas, como o câncer ginecológico, particularmente o câncer do colo do útero. O presente estudo, caso-controle, compara os polimorfismos dos genes XPC, ERCC1 e XRCC7 em 77 mulheres com câncer cervical (70 casos de carcinoma espinocelular e 7 casos de adenocarcinoma do colo do útero) e 73 mulheres saudáveis atendidas no Hospital do Câncer Alfredo Abrão, entre Jun...

  11. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil Enfrentamiento de la violencia infligida por la pareja intima por mujeres en área urbana de la región Noreste de Brasil Facing violence by intimate partner: the experience of women in an urban area of Northeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  12. O significado da menopausa e os fatores que interferem no relacionamento sexual da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Fátima Carvalho Fernandes

    1995-12-01

    Full Text Available O estudo analisa os condicionantes que interferem no relacionamento sexual da mulher menopausada, utilizando a pesquisa qualitativa. Foram entrevistadas 15 mulheres do SESI da Pajuçara, Centro de Saúde Maracanaú, e outras residentes em Fortaleza, durante o período de maio a junho de 1992. As mulheres responderam que acham a menopausa uma fase difícil em suas vidas, Sintomas como ondas de calor, dores de cabeça, hemorragia vaginal e irritação estão presentes. Ocorre desmotivação, cansaço sexual e falta de interesse pelo sexo.

  13. Triste e Incompleta: Uma Visão Feminina da Mulher Infértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trindade Zeidi Araujo

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo relata resultados de uma pesquisa que teve como objetivo investigar as representações sociais da infertilidade feminina, entre mulheres de diferentes estratos sociais. Foram entrevistadas 180 mulheres, com idade variando entre 18 e 40 anos, sendo 90 moradoras de bairros populares, e 90 moradoras de dois bairros considerados de classe-média. Cada grupo foi dividido em 3 subgrupos: a 30 mulheres casadas, com pelo menos um filho biológico; b 30 mulheres casadas há pelo menos 1 ano, sem filhos; c 30 mulheres solteiras, sem filhos. Para a coleta de dados utilizou-se a técnica de associação livre, tendo como expressão geradora "mulher que não pode ter filhos", além de perguntas específicas sobre a temática de interesse. Os dados mostraram como principais elementos do campo representacional tristeza, incompleta, frustração, cobrança dos outros, solidão, pessoa inferior, adoção, busca de soluções e não é problema, confirmando a permanência da concepção da infertilidade como uma condição estigmatizante para a mulher.

  14. Freqüência da atividade sexual em mulheres menopausadas Factors related to frequency of sexual activity of postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dino Roberto Soares De Lorenzi

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores relacionados à freqüência da atividade sexual entre mulheres pós-menopáusicas. MÉTODOS: Estudo transversal de 206 mulheres pós-menopáusicas entre 45 e 60 anos atendidas em um serviço universitário da região Sul do Brasil entre junho e outubro de 2002. A atividade sexual foi avaliada pelo número de relações sexuais no último mês e a sintomatologia climatérica pelo Índice de Kupperman. Na análise estatística, fez-se regressão linear múltipla. RESULTADOS: Das mulheres pesquisadas, 176 (85% eram sexualmente ativas. Cerca de 60,6% relataram diminuição da atividade sexual após a menopausa, o que atribuíram principalmente à impotência sexual do parceiro (41,7%. Aproximadamente 25,7% negaram satisfação com o intercurso sexual. Na análise por regressão linear múltipla, associaram-se à atividade sexual a idade (pOBJECTIVE: To identify factors related to the frequency of sexual activity of postmenopausal women METHODS: A cross-section study of 206 postmenopausal women between 45 and 60 years of age was made at a university health care service in the South of Brazil between June and October 2002. Evaluations were made of sexual activity according to the number of sexual intercourses in the previous month and the climacteric symptoms using the Kupperman index. Statistical analysis was performed with multiple linear regression analysis. RESULTS: Of those surveyed 176 (85% women were sexually active. Although 60.6% reported a decrease in sexual activity after menopause, mostly attributing it to the husband's sexual impotence (41.7%. Approximately 25.7% stated they had no satisfaction with sexual intercourse. By means of multiple linear regression analysis the following aspects were associated to sexual activity: age (p<0.1, degree of sexual satisfaction (p=0.01, and climacteric symptomatology (p=0.02. As age increased the climacteric symptoms were more intense and sexual activity was less

  15. Sexual and reproductive health of women living with HIV in Southern Brazil Salud sexual y reproductiva de mujeres viviendo con VIH en el sur de Brasil Saúde sexual e reprodutiva de mulheres vivendo com HIV no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Riva Knauth

    2013-03-01

    ón por el VIH, son bastante diferenciados cuando consideramos la franja de edad, lo que implica acciones específicas de atención en los servicios de salud.Estudo transversal que analisou o comportamento, em termos de saúde sexual e reprodutiva, adotado pelas mulheres vivendo com HIV, segundo a faixa etária, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A amostra foi constituída por 691 mulheres. Foram observadas diferenças quanto ao número de gestações e filhos. O uso de drogas ilícitas durante a vida foi mais frequente na faixa dos 18 aos 34 anos, e a prática de sexo por dinheiro foi mais frequente entre as mulheres de 18 a 29 anos. As mulheres vivendo com HIV atendidas nos serviços públicos especializados no Sul do Brasil apresentam um perfil socioeconômico e de comportamento sexual que não corresponde ao padrão tipicamente identificado no processo de feminização da epidemia, no qual se destacam, particularmente, mulheres pobres, com baixa escolaridade e baixo número de parceiros sexuais. O estudo fornece evidências de que alguns fatores que caracterizam a vulnerabilidade das mulheres à infecção pelo HIV são bastante diferenciados quando consideramos a faixa etária, o que implica em demandas específicas de atenção nos serviços de saúde.

  16. Motivos de rejeição aos métodos contraceptivos reversíveis em mulheres esterilizadas Reasons why sterilized women refused reversive contraceptive methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Lucia de Oliveira Carvalho

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as representações sobre os métodos contraceptivos que poderiam ser alternativas à esterilização, para um grupo de mulheres esterilizadas, visando a entender os motivos de rejeição a esses métodos. MÉTODOS: Trata-se de trabalho descritivo, qualitativo, cuja população estudada foi constituída por 31 mulheres esterilizadas, aleatoriamente selecionadas da listagem de pacientes atendidas pelo Programa de Planejamento Familiar de um ambulatório de um hospital universitário. As informações foram obtidas das mulheres estudadas por meio de entrevistas semi-estruturadas. As transcrições foram analisadas segundo o método de Análise de Conteúdo. RESULTADOS: A rejeição aos métodos contraceptivos esteve baseada em representações resultantes de informações técnicas recebidas em serviços de saúde, de vivências anteriores com esses métodos ou de informações recebidas do meio social. A rejeição aos métodos hormonais e DIU baseou-se principalmente em representações de baixa inocuidade; os métodos comportamentais (Tabela, Billings foram rejeitados por representações de baixa eficácia; os métodos de barreira (diafragma e camisinha, por dificuldades no uso desses métodos relacionados a padrões culturais de exercício da sexualidade e representações de baixa eficácia. CONCLUSÕES: A opção pela esterilização feminina pode ser indicativa de rejeição às alternativas contraceptivas oferecidas pelos serviços de saúde. Os profissionais da área de saúde reprodutiva devem aprofundar seu conhecimento sobre os fatores pessoais, socioeconômicos e culturais que podem influenciar as mulheres na procura por um método contraceptivo que assegure maior controle de sua própria fecundidade.OBJECTIVE: To identify the representations of contraceptive methods within a group of sterilized women, aiming at understanding the reasons why they refused those methods. METHODS: A descriptive qualitative study

  17. Qual a classe, a cor e o gênero da justiça? Reflexões sobre as (impossibilidades de combate à violência doméstica e familiar contra as mulheres negras pelo Poder Judiciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyane Guimarães Oliveira Oliveira

    2016-06-01

    Full Text Available Forçado a se pronunciar sobre problemas sociais antes ignorados, o Poder Judiciário tem sido desafiado a atuar na proteção de grupos historicamente excluídos e reconhecer a existência das desigualdades raciais, sociais, econômicas e de gênero. Neste contexto, o presente trabalho propõe lançar algumas reflexões sobre as (impossibilidades de combate à violência doméstica e familiar contra as mulheres negras por parte do Poder Judiciário Brasileiro, considerando os marcadores sociais de raça, gênero e classe e os dados apresentados no Mapa da Violência 2015 – Homicídio de Mulheres no Brasil. O mito da democracia racial ainda tem fortes impactos na invisibilidade da questão junto ao Sistema de Justiça e influencia consideravelmente a recusa deste em olhar de forma mais atenta para as mulheres negras no âmbito da violência doméstica e familiar.

  18. Perfil fenotípico, diferenciação molecular, produção de enzimas e sensibilidade aos antifúngicos de amostras de leveduras isoladas em três grupos amostrais: mulheres assintomáticas, com candidíase vulvovaginal primária e recorrente.

    OpenAIRE

    Debora Moreira

    2012-01-01

    O presente estudo foi realizado com 258 mulheres, com e sem sintomas de candidíase vulvovaginal, atendidas no Centro de Saúde Geraldo Paula Souza, da Faculdade de Saúde Pública da USP. Leveduras foram isoladas em 162 mulheres, sendo que 34% foram de mulheres assintomáticas, 34% com sintomas de candidíase vulvovaginal primária (CVV) e 32% com candidíase vulvovaginal recorrente (CVVR). As espécies mais isoladas foram C . albicans, C. parapsilosis, C. glabrata e C. tropicalis. Espécies como C. m...

  19. Perfil das tentativas de suicídio por sobredose intencional de medicamentos atendidas por um Centro de Controle de Intoxicações do Paraná, Brasil Profile of suicide attempts using intentional overdose with medicines, treated by a poison control center in Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Santos Bernardes

    2010-07-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta o perfil das tentativas de suicídio atendidas pelo Centro de Controle de Intoxicações da cidade de Londrina, Paraná, Brasil. Foi realizado um estudo retrospectivo dos casos atendidos entre 1997-2007. As tentativas de suicídio foram significativas entre homens desempregados e mulheres donas-de-casa/aposentadas, e houve associação com outras substâncias em 51,5% dos casos, sendo a freqüência maior entre os homens. 51,1% dos homens associaram o medicamento com bebida alcoólica, e entre as mulheres, 84,8% das associações se referiram a medicamentos. Os grupos farmacológicos de maior freqüência foram os tranqüilizantes (25,5%, antidepressivos (17%, anticonvulsivos (15% e AINES (11,9%, respectivamente. Os prescritores devem avaliar corretamente o paciente antes de receitar psicofármacos, uma vez que esse é o grupo farmacológico mais freqüente nas tentativas de suicídio. Campanhas de conscientização para o uso racional de medicamentos, juntamente com programas sociais de atendimento ao paciente suicida, também poderiam contribuir na diminuição da freqüência desses casos.This study presents the profile of suicide attempts using intentional overdose with medicines, treated at the Poison Control Center in Londrina, Paraná State, Brazil. A retrospective study of cases treated from 1997 to 2007 was performed. Suicide attempts were significant among unemployed men, housewives, and retired women, and there was an association with other substances in 51.5% of the cases, with a higher frequency among men. 51.1% of the men combined the medicine with an alcoholic beverage, while in women, 84.8% of the associations involved other medicines. The most frequent pharmacological groups were tranquilizers (25.5%, antidepressants (17%, anticonvulsants (15%, and NSAIDs (11.9%. Prescribers must evaluate patients correctly before prescribing psychoactive drugs, since this is the pharmacological group most frequently

  20. Mulheres Rurais: Tecendo Novas Relações e Reconhecendo Direitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celecina de Maria Veras Sales

    2007-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2007000200010 A presença das mulheres rurais na produção agrícola familiar é um fato. Mesmo na invisibilidade, não se pode negar que elas estão ocupando terras, plantando, colhendo, e cultivando o desejo de ter uma terra livre e usufruí-la com seu trabalho. Presentes na casa, no quintal, na roça e na luta pela terra, as mulheres tiveram ainda de lutar pelo direito de serem reconhecidas como trabalhadoras. A emergência das mulheres rurais nos movimentos sociais proporcionou seu aparecimento como sujeito político, rompendo sua invisibilidade como trabalhadora. Nesse aprendizado e experimentação as mulheres rurais criaram seu próprio movimento, consolidado na década de 1980. Desde então realizam encontros nacionais, marchas e campanhas, criaram coletivos de mulheres e conquistaram direitos. Os Coletivos de Mulheres estão vinculados à Federação de Trabalhadores da Agricultura do Ceará (FETRAECE ou ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST e constituem espaços importantes de ressignificação das atividades produtivas das mulheres.

  1. Menina mulher da pele preta - projeto de série televisiva que discute questões de gênero e raça ligados a mulher negra

    OpenAIRE

    Renato Candido de Lima

    2011-01-01

    Esta dissertação em mestrado consiste na construção dramatúrgica de um projeto de série televisiva que dialoga questões de gênero e raça atrelados a representação da pessoa negra no audiovisual brasileiro. \\"Menina Mulher da Pele Preta\\" é o nome desta série e ela desenvolve cinco histórias de cinco mulheres negras protagonistas de diferentes idades com suas cinco diferentes realidades sociais e contextos. Seu título dialoga com a música \\"Essa Menina Mulher da Pele Preta\\" composta pelo cant...

  2. A violência doméstica contra a mulher: um desafio à filosofia e à teologia no Brasil

    OpenAIRE

    Lilian Conceição da Silva Pessoa de Lira; Faculdades EST, São Leopoldo, RS

    2014-01-01

    A Lei nº. 11.340, Lei Maria da Penha, foi sancionada no Brasil em 07 de agosto de 2006, devido às lutas históricas das feministas, movimentos de mulheres e atendendo aos compromissos internacionais assumidos pelo Estado em favor dos direitos humanos das mulheres. O Brasil é reconhecido como um dos lugares mais perigosos para as mulheres viverem, onde a violência doméstica e o sexismo são uma terrível realidade. Não por acaso a te&oac...

  3. Parto no domicílio na voz das mulheres : uma perspectiva à luz da humanização

    OpenAIRE

    Kruno, Rosimery Barão; Bonilha, Ana Lúcia de Lourenzi

    2004-01-01

    Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, cujo objetivo foi conhecer as vivências, preparação, sentimentos e motivações de mulheres que optaram por partos domiciliares. Participaram da pesquisa dez mulheres que tiveram, pelo menos, uma experiência de parto domiciliar, em Porto Alegre, nos últimos cinco anos. As informações foram coletadas por entrevista semi-estruturada e analisadas segundo a proposta de Minayo. Os dados indicam que as mulheres que optaram por partos domiciliares não ac...

  4. Deficiência e BPC: o que muda na vida das pessoas atendidas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wederson Rufino dos Santos

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar o impacto de bem-estar provocado na vida das pessoas deficientes após o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC. O BPC é um benefício da assistência social e consiste na transferência incondicional e mensal de renda, equivalente a um salário mínimo, destinado também às pessoas pobres idosas acima de 65 anos. A metodologia do estudo teve técnicas qualitativas e quantitativas de coleta e análise de dados. Foram realizadas entrevistas orientadas por um questionário semi-estruturado com trinta pessoas com deficiência atendidas pelo BPC. Os principais resultados. Os principais resultados da pesquisa mostraram que: (1 o BPC se configura como mecanismo de segurança de renda, proporcionando consumo de bens básicos de alimentação, tratamentos de saúde e gastos com moradia dos deficientes e suas famílias; (2 as pessoas deficientes relacionaram a concessão do benefício com o aumento da independência social e financeira delas em relação as suas famílias, contribuindo para a ampliação das noções de autonomia e cidadania; (3 o BPC é um instrumento capaz de proteger os beneficiados e suas famílias da situação de vulnerabilidade social resultante da pobreza ou desemprego, muito embora as mães das crianças deficientes saiam do mercado de trabalho para exercer o cuidado diário dos filhos e não recebam nenhum tipo de proteção social por parte do Estado.

  5. O perfil da mulher portadora de HIV/AIDS e sua adesão à terapêutica antirretroviral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Felix

    2012-08-01

    Full Text Available Esse trabalho teve como objetivos caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico, os comportamentos em saúde, crenças e atitudes sobre a doença e o tratamento de mulheres com HIV/AIDS atendidas no serviço ambulatorial de um hospital universitário do interior de São Paulo, bem como identificar fatores que interferem na adesão à terapêutica antirretroviral. Os sujeitos do estudo foram 60 mulheres acompanhadas no serviço. Os dados foram colhidos por meio de entrevista semiestruturada. As mulheres tinham idade média de 39,8 (desvio padrão 9,1 anos, baixa escolaridade, condições socioeconômicas insatisfatórias e mantinham relacionamento estável. A relação heterossexual foi a forma mais frequente de infecção; 55% das mulheres já abandonaram o tratamento e alegavam como principais motivos os esquemas terapêuticos impostos, os efeitos colaterais dos antirretrovirais, o enfrentamento psicológico da doença e o pesar iminente da morte; 35% delas não atingiram critérios de adesão considerando-se o uso de 95% da terapêutica antirretroviral prescrita.

  6. Relacionamentos Afetivo-Familiares em Mulheres com Anorexia e Bulimia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leonidas

    Full Text Available RESUMOEste estudo teve por objetivo investigar a rede social de apoio de mulheres com anorexia e bulimia, com ênfase em suas relações afetivo-familiares. A amostra foi composta por 12 participantes atendidas em hospital universitário. Os instrumentos utilizados foram: roteiro de entrevista semiestruturada, Mapa de Rede e Genograma. Os resultados indicaram que as redes sociais das participantes têm configuração restrita, com proeminência de membros da família em sua composição. Os relacionamentos familiares oscilam, contudo, entre turbulência e distanciamento afetivo. As relações de afeto mantidas com pais, cônjuges e namorados são marcadas por divergências e insatisfações. A baixa densidade da rede de amizades e o empobrecimento da vida social resultam em isolamento e dificuldades de dar início e/ou manter relacionamentos afetivos duradouros.

  7. Identificação do papilomavírus humano por biologia molecular em mulheres assintomáticas Genital human papillomavirus infection identification by molecular biology among asymptomatic women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernadete Nonnenmacher

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação entre fatores epidemiológicos e infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 975 mulheres atendidas em um serviço público de rastreamento para o câncer cervical, em Porto Alegre, Brasil. As mulheres foram consideradas infectadas pelo HPV quando apresentaram o teste de DNA positivo para esse vírus, tanto pelo método de captura híbrida II (CH II como pelo método de reação em cadeia da polimerase (PCR. Mulheres infectadas pelo HPV foram comparadas com mulheres não infectadas oriundas da mesma população. RESULTADOS: Foram estudadas 975 mulheres. A prevalência observada de HPV (pela combinação dos métodos de DNA foi de 27%. Quando a análise de cada método de DNA foi feito isoladamente, a prevalência de HPV-DNA foi de 15% para a CH II e de 16% para PCR. Regressão logística múltipla incondicional foi utilizada na identificação dos fatores associados à infecção pelo HPV. Foi encontrada associação positiva com as seguintes variáveis: anos de escolaridade (11 anos: OR=2,05; IC95%=1,31; 3,20; referência: até oito anos de escolaridade; ser casada (OR=1,69; IC95%=0,78; 2,00; referência: ser solteira; parceiros sexuais ao longo da vida (dois parceiros: OR=1,67; IC95%=1,01; 2,77; quatro ou mais: OR=2,18; IC95%=1,15; 4,13; referência: um parceiro; idade da primeira relação sexual (15-16 anos: OR=4,05; IC95%=0,89; 18,29; referência: > ou = 22 anos. CONCLUSÕES: Vários fatores parecem estar associados à presença de infecção genital pelo HPV, especialmente aqueles referentes ao comportamento sexual (idade da primeira relação sexual, número de parceiros sexuais ao longo da vida e estado marital e aqueles relacionados à situação socioeconômica (escolaridade.OBJECTIVE: To evaluate whether epidemiological factors may be associated to genital human papillomavirus (HPV infection. METHODS: A cross-sectional study was carried out among

  8. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV Asociación entre violencia contra la mujer por pareja íntima e infección por VIH Association between intimate partner violence against women and HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.OBJETIVO: Analizar la asociación entre la violencia contra mujeres por pareja íntima y la infección o sospecha de infección por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH. MÉTODOS: Estudio transversal con base en datos de cuestionarios aplicados cara-a cara y de prontuarios médicos de 2.780 mujeres de 15 a 49 años, atendidas en unidades del sistema único de salud de la Gran Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2001-2002. Las mujeres fueron categorizadas en: usuarias en tratamiento por ser

  9. Abuso de álcool e drogas e violência contra as mulheres: denúncias de vividos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Becker Vieira

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar a interface entre o uso abusivo de álcool e outras drogas pelos companheiros e o vivido de mulheres que denunciam situações de violência. Trata-se de pesquisa qualitativa pautada na análise de conteúdo temática de entrevistas realizadas em março e abril de 2010, com treze mulheres que realizaram o registro da violência na Delegacia de Polícia para a Mulher e Delegacia de Pronto Atendimento de um município do interior do Rio Grande do Sul, Brasil. Observou-se que, em um mundo envolto por brigas, humilhações, agressões, sofrimento e submissão, o uso abusivo de álcool e drogas do companheiro potencializou a violência vivida das mulheres entrevistadas. Além de buscar qualificar a atenção à saúde mental das mulheres no contexto da violência, uma vez que essa condição repercute substancialmente em sua saúde, e em todas as dimensões, conclui-se ser imprescindível articular a atenção às mulheres em situação de violência com ações de prevenção do uso de álcool e/ou outras drogas pelos companheiros.

  10. Alimentação e codificação social. Mulheres, cozinha e estatuto

    OpenAIRE

    Perez,Rosa Maria

    2012-01-01

    Este artigo tem como base um trabalho etnográfico de longa duração realizado na Índia rural (Gujarate) com um grupo de mulheres Dalit (termo pelo qual são designados os "antigos" intocáveis da Índia) e, por extensão, mulheres de outros grupos sociais. Pretendo analisar a forma como a produção, distribuição e confecção de alimentos funcionam simultaneamente como formas de segregação feminina e de afirmação de poder por parte das mulheres, sobretudo em situações ligadas à fecundidade.This artic...

  11. Mulheres e HIV/SIDA

    African Journals Online (AJOL)

    chifaou.amzat

    21 jul. 2017 ... cento de mulheres grávidas entre os 15 e 49 anos de idade vivem com o vírus causador da ... ameaçando reverter os ganhos dos últimos anos do ponto de vista do ..... De acordo com o Jornal Notícias (09/11/2012, pg. 5):.

  12. Violência doméstica psicológica sob a perspectiva da mulher idosa: um enfoque na fenomenologia social

    OpenAIRE

    Rafaella Queiroga Souto

    2014-01-01

    Introdução: A violência doméstica psicológica perpetrada pelo familiar contra a mulher idosa é uma importante e pouco pesquisada questão de saúde pública global. Objetivo: Compreender a experiência da mulher idosa que vivencia violência doméstica psicológica. Método: Pesquisa qualitativa ancorada pela fenomenologia social de Alfred Schütz, realizada com onze mulheres idosas identificadas nos registros de dois serviços localizados no município de Campina Grande, Paraíba e um serviço localizado...

  13. Fatores associados à percepção de risco de infecção pelo HIV por puérperas internadas Factors associated with HIV risk perception among hospital postpartum women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar os fatores associados à percepção de risco de infecção pelo HIV por puérperas internadas em maternidades filantrópicas. MÉTODOS: A amostra constou de 384 puérperas atendidas em duas maternidades filantrópicas do Município de São Paulo. Os dados foram coletados de janeiro a março de 2000. Todas as puérperas foram entrevistadas após 12 horas de pós-parto, quanto aos aspectos relativos a características sociodemográficas, conhecimento sobre infecções sexualmente transmissíveis/Aids (DST/Aids e às questões culturais (variáveis independentes e "se ela se sentia em risco de contrair o HIV" (variável dependente. A análise estatística foi feita pelo teste de associação pelo qui-quadrado e análise de regressão logística múltipla. RESULTADOS: Cerca de 29% das puérperas se consideraram em risco de contrair o HIV. Verificou-se que a mulher que se percebe com risco é aquela que não está em união conjugal/consensual, que apresentou DST em algum momento de sua vida e que acredita que o homem casado se diverte fora de casa como o homem solteiro. O estudo possibilitou identificar o comportamento dos sujeitos para a prevenção e a manutenção de sua saúde. CONCLUSÕES: Identificou-se assimilação das informações sobre a epidemia, influenciando na percepção de risco da mulher, mas foi considerada necessária a intensificação de atividades que promovam o envolvimento do casal e do adolescente na prevenção de infecção pelo vírus da Aids.OBJECTIVE: To assess factors associated with perception of HIV infection risk among postpartum women admitted to charitable maternity hospitals. METHODS: The study sample comprised 384 postpartum women admitted to two charitable maternity hospitals in the city of São Paulo, Brazil. Data collection was carried out from January to March 2000. All women were interviewed 12 hours after delivery and data was collected on sociodemographics, STD/AIDS knowledge and

  14. Respostas a auto cuidado de mulheres brasileiras em perimenopausa estudo piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Villela Mamede

    1991-09-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo testar a validade e confiabilidade do questionário de respostas ao auto cuidado (SCRQ em outras culturas e países além dos Estados Unidos - especificamente, foi de avaliar a possibilidade de uso do instrumento entre mulheres brasileiras em perimenopausa. Durante o processo de tradução para a língua portuguesa, algumas modificações foram realizadas no SCRQ. O instrumento traduzido foi aplicado durante entrevistas individuais - face a face - com 38 mulheres brasileiras. Os resultados da análise das respostas das mulheres mostraram que o SCRQ é confiável, culturalmente apropriado e adaptado, e assim pode ser empregado para medir padrões de respostas de auto cuidado entre mulheres brasileiras perimenopausais. Este estudo piloto demonstrou que a experiência da mulher em relação à menopausa e o conhecimento e interesse que ela tem sobre o assunto variam de pessoa para pessoa. Foram identificadas outras questões não abordadas pelo SCRQ que merecem ser investigadas, como por exemplo a quantidade e qualidade da atividade sexual durante todo o período menopausal.

  15. Mulheres idosas: desvelando suas vivências e necessidades de cuidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Aparecida Barbosa Merighi

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo com abordagem da fenomenologia social que objetivou a compreensão da vivência da mulher idosa, suas necessidades de cuidado e expectativas nesse período da vida. Participaram nove mulheres, cujos depoimentos foram obtidos de fevereiro a maio de 2011, por meio de entrevista semiestruturada. A mulher idosa refere limitações de ordem física, mental e social, e valoriza a preservação de sua autonomia nas atividades diárias e no cuidado consigo mesma. Refere a família como suporte fundamental e tem expectativas e necessidades de se manter saudável, da busca pelo lazer e de ter melhor acesso aos serviços de saúde para receber informações e atendimento qualificado. Nessa fase, a ausência de perspectivas relaciona-se à perda de pessoas significativas e da saúde. Este estudo revelou facetas da vivência da mulher idosa, suscitando novas investigações e a adequação do ensino, prática e gestão às reais necessidades dessa mulher.

  16. Mulher e negra: dupla vulnerabilidade às DST/HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naila Janilde Seabra Santos

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho é discutir os fatores determinantes da vulnerabilidade das mulheres negras a HIV/aids. Pela descrição e análise de dados socioeconômicos, de incidência e mortalidade de aids e da mortalidade de outras patologias, desenha-se o quadro epidemiológico que ressalta as iniquidades em saúde da população negra e, em particular, das mulheres desse segmento populacional. Quando comparadas às mulheres brancas, as negras apresentam, repetidamente, maior risco de adoecimento e morte. A discussão sobre violência sexual e doméstica reitera as disparidades e a maior vulnerabilidade social da mulher negra. As desigualdades socioeconômicas e o racismo institucional são as hipóteses explicativas para a alta vulnerabilidade às DST/aids das mulheres negras. Apenas com uma ampla gama de ações multissetoriais, incisivo enfrentamento do racismo institucional pelo Estado e fortalecimento do movimento social será possível iniciar a longa jornada para se alcançar o propalado princípio de equidade na saúde.

  17. Mulheres negras e não-negras e vulnerabilidade ao HIV/Aids no estado de São Paulo, Brasil Black and non-Black women and vulnerability to HIV/AIDS in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lopes

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar características relacionadas à vulnerabilidade individual de mulheres com sorologia positiva para o HIV segundo cor da pele. MÉTODOS: Pesquisa multicêntrica realizada em 1999-2000, em serviços de saúde especializados em DST/Aids no Estado de São Paulo, envolvendo 1.068 mulheres maiores de 18 anos, vivendo com HIV. Informações sociodemográficas e características relacionadas à infecção e aos cuidados em saúde foram obtidas em entrevistas individuais com questionário padronizado. A variável raça/cor foi auto-referida, tendo sido agrupadas como negras as mulheres pretas e pardas. A descrição das variáveis segundo raça/cor foi feita por medidas de tendência central e proporções, e o estudo de associação pelo teste chi2 Pearson. RESULTADOS: As diferenças entre negras e não-negras foram estatisticamente significantivas em relação a: escolaridade; renda mensal, individual e familiar per capita; número de dependentes diretos; oportunidades de ser atendida por nutricionista, ginecologista ou outro profissional médico; de compreender o que o infectologista diz; de falar com o infectologista ou com o ginecologista sobre sua vida sexual; de ter conhecimento correto sobre os exames de CD4 e carga viral; a via sexual de exposição. CONCLUSÕES: O uso de raça/cor como categoria analítica indica caminhos para melhor compreender como as interações sociais, na intersecção gênero e condições socioeconômicas, produzem e reproduzem desvantagens na exposição das mulheres negras aos riscos à sua saúde, assim como impõem restrições quanto ao uso de recursos adequados para o seu cuidado.OBJECTIVE: To analyze the characteristics related to individual vulnerability among HIV seropositive women, according to skin color. METHODS: A multicenter study carried out between 1999 and 2000 in health services specialized in STI/Aids in the state of São Paulo, involving 1,068 women living with HIV who are aged 18

  18. Alteração da relação testosterona: cortisol induzida pelo treinamento de força em mulheres Alteración de la relación testosterona: cortisol inducida por el entrenamiento de fuerza en mujeres Alteration of testosterone: cortisol ratio induced by resistance training in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Carlos Uchida

    2004-06-01

    Full Text Available A razão entre a concentração de testosterona e cortisol (T:C é freqüentemente utilizada como indicativo do nível de estresse imposto pelo exercício. Alterações na concentração destes hormônios são responsáveis por modular diversas respostas induzidas pelo treinamento, como hipertrofia e ganho de força. O objetivo do presente estudo foi examinar a influência do protocolo de treinamento de força, conhecido como múltiplas-séries (MS, sobre o ganho de força, de resistência muscular localizada e a relação entre a concentração de hormônios catabólicos (cortisol e anabólicos (testosterona. Para testar esta hipótese cinco jovens do sexo feminino com um ano de experiência em treinamento de força foram submetidas ao protocolo MS. As amostras de sangue foram coletadas antes e imediatamente após o exercício, no primeiro dia e após oito semanas de treinamento. Os testes de 1-RM e de repetições máximas foram realizados também no início e ao final das oito semanas de treinamento de força. Não foram observadas alterações na massa corporal, no IMC, na percentagem de massa gorda e na força máxima (1-RM no supino, no agachamento e na rosca direta. O número de repetições máximas a 50% de 1-RM foi aumentado apenas para o supino (p La razón entre testosterona y cortisol (T:C es frecuentemente utilizada como indicador del nivel de stress impuesto por el ejercicio. Las alteraciones de las concentraciones de estas hormonas son las responsables por modular diversas respuestas inducidas por el entrenamiento, como son la hipertrofia y el aumento de la fuerza. El objetivo del presente estudio fué examinar la influencia del protocolo de entrenamiento de fuerza, conocido como series multiples (MS, sobre la ganancia de fuerza, la resistencia muscular localizada y la relación entre las concentraciones de las hormonas catabólicas (cortisol y anabólicas (testoterona. Para testar esta hipótesis, cinco jovenes del sexo feminino

  19. Linfócitos CD4, CD8 e células NK no estroma da cérvice uterina de mulheres infectadas pelo papilomavírus humano CD4 and CD8 T lymphocytes and NK cells in the stroma of the uterine cervix of women infected with human papillomavirus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella Borges Alves

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A resposta imune pode ser um elemento chave para a progressão ou remissão da infecção pelo papilomavírus humano (HPV no estroma da cérvice uterina. Este estudo objetivou quantificar no estroma cervical a presença de linfócitos T CD4, CD8 e células NK, por imunohistoquímica, em lesões de alto e baixo grau em pacientes infectadas por HPV MÉTODOS: Utilizou-se 56 amostras de biópsia da estroma cervical, sendo 43 amostras positivas para DNA de HPV de alto risco oncogênico e com diagnóstico histopatológico de neoplasia intraepitelial cervical (NIC de alto e baixo grau, ou negativa para lesão intraepitelial e malignidade (NILM, e 13 amostras de pacientes negativas para DNA de HPV com diagnóstico histopatológico NILM RESULTADOS: Maior quantidade de linfócitos T CD4 foi observada em amostras NIC II/III, carcinoma e NILM (p=0,04 e naquelas cuja carga viral esteve entre 10 e 1,000 RLU/PCB. O predomínio de linfócitos T CD8 ocorreu em maior proporção nas amostras NIC II/III (p=0,02 e em amostras com carga viral entre 100 e 1.000 RLU/PCB. As células NK prevaleceram nas amostras com lesões de baixo grau e com baixa carga viral CONCLUSÕES: Este estudo comprovou que nas fases iniciais da infecção, onde não há ainda alterações celulares de alto grau, não temos a presença de células que possam desencadear a fase efetora da resposta imune.INTRODUCTION: Immune response might be a key element regarding the progression or regression of human papillomavirus (HPV infection in the stroma of the uterine cervix. This study aimed to quantify the presence of CD4 and CD8 T lymphocytes and NK cells in the cervical stroma, by means of immunohistochemistry, in high and low grade lesions in patients infected by HPV METHODS: Fifty-six biopsy samples from the uterine cervix were used. Forty-three samples were positive for oncogenic high-risk HPV DNA and had a histopathological diagnosis of high and low-grade cervical intraepithelial

  20. Fatores de risco associados ao sobrepeso e a obesidade em mulheres de São Leopoldo, RS

    OpenAIRE

    Teichmann,Luciana; Olinto,Maria Teresa Anselmo; Costa,Juvenal Soares Dias da; Ziegler,Denize

    2006-01-01

    OBJETIVO: Identificar a prevalência e os fatores de risco para sobrepeso e obesidade nas mulheres de São Leopoldo, RS, Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com base populacional incluindo 981 mulheres de 20 a 60 anos de idade. O sobrepeso foi definido pelo índice de massa corporal entre 25 a 29,9 Kg/m² e a obesidade foi considerada como IMC > 30 Kg/m². As medidas de efeito brutas e ajustadas foram calculadas pela Regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi...

  1. Na Trilha Dos Sujeitos: audiovisual, memória e o evento de empoderamento para as mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Capibaribe Leite

    2012-12-01

    Full Text Available Como a atualização das memórias individuais representadas nas imagens podem compor discursos sobre autonomia para as mulheres? A partir de quatro filmes produzidos pelo consórcio internacional Pathways of Women’s Empowerment, este artigo propõe a definição de um evento de empoderamento para as mulheres enquanto processo de mudanças em suas vidas, midiatizado através das imagens e que se conecta a dois outros eventos contemporâneos: da fotografia e do endereçamento fílmico. A intenção é investigar como os filmes abordam os espaços de transição para diferentes sujeitos-mulher, a partir das narrativas da memória que contraem passado e futuro no presente e estabelecem linhas de pertencimento por via de um “tornar-se”.

  2. Representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Cezar Leal

    2011-06-01

    Full Text Available A violência contra a mulher constitui grave problema de Saúde Pública; ocorre no mundo inteiro em todas as classes sociais. O objetivo do estudo foi conhecer as representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva de enfermeiras alunas de uma Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal. Realizou-se pesquisa exploratória com respaldo das representações sociais, da qual participaram cento e cinquenta enfermeiras, sendo os dados coletados por meio de questionário. Para análise, utilizou-se o software DataVic 4.3. Resultados apontam que as representações sociais da violência contra a mulher estão restritas ao universo consensual pelo qual são produzidas, constituído, sobretudo, pela conversação informal e pela vida cotidiana. Apontam, também, que a violência não é entendida como um problema de saúde. Considera-se que o embasamento teórico sobre o tema e o envolvimento institucional dos Serviços de Saúde contribuirão para a inserção da violência contra a mulher na agenda da Saúde Pública.

  3. Diagnóstico de HPV: o processo de interação da mulher com seu parceiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Octavio Muniz da Costa Vargens

    2013-06-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, que objetivou analisar o processo de interação da mulher com seu parceiro a partir do diagnóstico de infecção pelo papilomavírus humano (HPV. Foi realizada em treze comunidades dos municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, Estado do Rio de Janeiro, de outubro/2006 a setembro/2008. Foram entrevistadas 20 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HPV de alto risco oncogênico. Os pressupostos do Interacionismo Simbólico e da Grounded Theory nortearam a coleta e análise dos dados. Os resultados revelaram que o diagnóstico do HPV significa sérios desafios no relacionamento das mulheres com seu parceiro principalmente no que se refere à adoção de medidas preventivas. Conclui-se que estas questões indicam a necessidade de um atendimento humanizado que favoreça o empoderamento das mulheres.

  4. “Eu escuto o lado bom!” Um estudo sobre mulheres rurais do sertão pernambucano que enfrentam julgamentos e ampliam desejos a partir da participação política

    OpenAIRE

    De Moraes, Lorena Lima

    2017-01-01

    As mulheres rurais estão organizadas desde a década de 1980 na luta pelo reconhecimento e valorização do seu trabalho. No entanto, mesmo com a garantia de alguns direitos, participação e da luta pela identidade de trabalhadora rural, as mulheres esbarram frequentemente com o julgamento alheio que tem como base os padrões de gênero. O presente artigo tem como objetivo expor as percepções de mulheres rurais - lideranças políticas, em relação aos julgamentos de familiares e demais membros da com...

  5. Atividade física e qualidade de vida em mulheres com 60 anos ou mais: fatores associados Physical activity and quality of life in women aged 60 or older: associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Euller Duarte de Carvalho

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o nível de atividade física, a qualidade de vida e os fatores associados em mulheres com 60 anos ou mais. MÉTODOS: estudo de corte transversal que incluiu 271 mulheres frequentadoras de um centro de lazer e de mulheres atendidas no Ambulatório de Menopausa em Campinas (SP. As mulheres foram convidadas a participar da pesquisa, que foi realizada com o uso de entrevistas. Os instrumentos utilizados foram o International Physical Activity Questionnaire (IPAQ, versão 8, modificado para a população idosa para avaliar o nível de atividade física, e o Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde, específico para este grupo (WHOQOL-OLD, para avaliar o escore de qualidade de vida. Os resultados do IPAQ foram avaliados por meio de tercis, e a associação entre resultados do WHOQOL-OLD e IPAQ e características das mulheres pelos testes t de Student/Mann-Whitney e de análises múltiplas. RESULTADOS: a média etária das mulheres foi de 67,4±5,3 anos. Destas, 33% foram classificadas como pouco ativas. A análise de cada domínio da atividade física mostrou que 60,8% do tempo foi gasto em atividade sentada (1.701,6±986,1 minutos/semana. Ser frequentadora de um centro de lazer, ter maior idade, sem companheiro, maior escolaridade e boa autopercepção do estado de saúde, sem antecedentes de doenças e maior renda foram características que se associaram significativamente à prática de exercícios físicos de intensidade moderada/vigorosa. A análise múltipla evidenciou que frequentar um centro de lazer em Campinas (SP e ter 70 anos ou mais aumentaram a chance de praticar exercícios físicos de intensidade moderada ou vigorosa, respectivamente, em 11,4 vezes e 2,8 vezes. O escore médio de qualidade de vida foi de 66,9±11,7. O maior valor foi observado no domínio referente às habilidades sensoriais (72,0±18,8, e o menor no que se refere à autonomia (60,3±16,2. A regressão linear mostrou que

  6. Vítimas e culpadas: representações sociais sobre mulheres que vivem com HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Alessandra Costa e Silva Panarra

    2017-09-01

    Full Text Available Introdução: Objetivou-se apreender as representações sociais de profissionais de saúde sobre mulheres que vivem com HIV. Materiais e Métodos: Pesquisa qualitativa e descritiva, com base na Teoria das Representações Sociais. Realizou-se entrevistas com 37 profissionais de serviços de referência em HIV de Belém-Pará, no período de setembro de 2012 a junho 2013. Resultados: O corpus foi submetido à análise pelo software Alceste gerando cinco classes, dentre estas: representações sociais dos profissionais de saúde sobre pessoas que vivem com HIV. Discussão: Os léxicos ilustrativos da classe apontaram a vitimização e a culpabilização da mulher com HIV. Há conteúdos positivos e negativos, dependendo do modo de contaminação. Conclusões: O HIV desperta sentimentos negativos: pena, revolta e culpa. As mulheres são categorizadas e julgadas pelos profissionais, podendo ser vítimas ou culpadas. Há necessidade de políticas de educação permanente aos profissionais de saúde sobre o HIV para que possam desconstruir tais conteúdos. Como citar este artigo: Panarra BACS, Teixeira E, Palmeira IP, Rodrigues ILA, Ferreira AMR. Vítimas e culpadas: representações sociais sobre mulheres que vivem com HIV. Rev Cuid. 2017; 8(3: 1887-98. http:/dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v8i3.451

  7. Mulheres (insubordinadas: o empoderamento feminino e suas repercussões nas ocorrências de violência conjugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Béccheri Cortez

    Full Text Available Neste trabalho, explora-se o modo como a compreensão e o desempenho dos papéis de gênero se relacionam às ocorrências de violência (física, psicológica e sexual dos maridos contra as esposas. Quatro mulheres que apresentaram queixa na Delegacia de Defesa da Mulher contra as agressões físicas perpetradas por seus parceiros e que conviviam com eles foram entrevistadas utilizando-se um roteiro de entrevista, que recolheu dados pessoais e informações a respeito das concepções sobre homem, mulher e relacionamento conjugal/afetivo. As entrevistas foram processadas pelo software Alceste, sendo a Análise de Conteúdo utilizada para complementar a análise. Os dados revelam a coexistência de concepções tradicionais de gênero com ações de insubordinação dessas mulheres (trabalho assalariado, amizades, questionamento da vida sexual. Esses aspectos, sinalizadores do empoderamento das mulheres, relacionam-se à agressividade dos parceiros que, excluídos dos debates feministas e buscando proteger sua masculinidade, usam a violência para suprimir as manifestações femininas de poder.

  8. Perspectiva das mulheres na avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento Perspectiva de las mujeres en la evaluación del Programa de Humanización del Pre-natal y Nacimiento Women's perspective in the evaluation of the Program for the Humanization of Antenatal Care and Childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Andréa Locatelli de Almeida

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a importância da inclusão da perspectiva das mulheres na avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo qualitativo realizado em base a dados primários coletados para a avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento, do Ministério da Saúde, em 2003, em sete municípios das cinco regiões do Brasil, selecionados a partir de dados extraídos de sistemas de bancos de dados oficiais já existentes. Um dos atores considerado fundamental para a coleta de informações foi a mulher atendida pelo Programa, abordada por meio de dezesseis grupos focais realizados em unidades de saúde. Para o tratamento dos dados empíricos foi utilizado o método do Discurso do Sujeito Coletivo. A análise e discussão foram realizadas com o apoio dos conceitos em saúde pública de acessibilidade e Saúde Paidéia. ANÁLISE DOS RESULTADOS: O Programa estudado normatiza para todos os serviços de saúde do país os procedimentos para a atenção ao pré-natal e o parto e os fluxos a serem observados. A análise do discurso das gestantes, nos grupos focais realizados, trouxe clareza quanto à dissonância existente entre muitas dessas recomendações e os desejos e necessidades da mulher, o que faz com que ela procure traçar para si um outro fluxo de atendimentos. Esta ocorrência traz prejuízos ao vínculo que estabelece com o serviço de saúde, além de dificuldades de controle pelo serviço do seguimento real que está sendo oferecido. CONCLUSÕES: A reflexão realizada do Programa, tomando por base a perspectiva das mulheres atendidas, identificou aspectos cuja consideração no momento da avaliação poderia resultar em maior efetividade e humanização do controle pré-natal oferecido.OBJETIVO: Analizar la importancia de la inclusión de la perspectiva de las mujeres en la evaluación del Programa de Humanización del Pre-natal y Nacimiento. PROCEDIMIENTOS

  9. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    OpenAIRE

    Araújo, Márcio Flávio Moura; Pessoa, Sarah Maria Fraxe; Damasceno, Marta Maria Coelho; Zanetti, Maria Lúcia

    2013-01-01

    Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1) Vivenci...

  10. Práticas de enfermeiras para promoção da dignificação, participação e autonomia de mulheres no parto normal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Lorena Santos Silva

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivou-se conhecer as práticas de cuidado utilizadas por enfermeiras implicadas nos processos autonomia, dignificação e participação de mulheres durante o parto normal. Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório descritivo, desenvolvida com 30 mulheres que tiveram o parto realizado em um Centro de Parto Normal de Salvador - BA. Para subsidiar a análise foi utilizado o conceito de autonomia. As práticas dignificantes foram: o acolhimento; a promoção da presença de acompanhante, bem como, de ambiente adequado para o cuidado; e a transmissão de calma e segurança às mulheres. Para o processo de autonomia destacaram-se a promoção de relações pessoais livres de coerção; e a facilitação no acesso às informações; não deixando de estimular a participação ativa das mesmas. Embora no Centro tenha havido um avanço na busca pela promoção da autonomia e participação das mulheres atendidas, necessita ainda de mais ações para atingir plenamente esse objetivo.

  11. Estigma e discriminação: experiências de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo, Moçambique

    OpenAIRE

    Andrade, Rosário Gregório; Iriart, Jorge Alberto Bernstein

    2015-01-01

    A epidemia de HIV/AIDS é um sério problema de saúde pública em Moçambique, que convive com altas taxas de prevalência do HIV. O impacto da epidemia é agravado pelo forte estigma que atinge as pessoas soropositivas. O objetivo deste estudo foi investigar, com base em uma perspectiva socioantropológica, a experiência de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo e como lidam com o estigma e a discriminação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com dez mulheres HIV positivo, ...

  12. Sintomas climatéricos e fatores associados em mulheres HIV soropositivas = : Menopausal symptoms and associated factors in HIV-positive women

    OpenAIRE

    Jeffrey Frederico Lui Filho

    2013-01-01

    Resumo: Introdução: Com o surgimento da terapia antirretroviral ocorreu significativa queda da mortalidade por doenças relacionadas ao HIV, transformando assim esta infecção em uma doença crônica. Com o envelhecimento, maior sobrevida da população infectada e, também, pelo surgimento de novos casos na faixa etária climatérica, tem havido aumento significativo na prevalência de mulheres portadoras desse vírus em idade mais avançada. Estudos atuais sugerem que estas mulheres experimentam a meno...

  13. GÊNERO, SEXUALIDADE E SAÚDE REPRODUTIVA DAS MULHERES NEOPENTECOSTAIS MORADORAS DA ZONA RURAL DE LAJINHA/MINAS GERAIS

    OpenAIRE

    Patrícia Brandão Amorin

    2007-01-01

    lt;p align="justify"gt; O presente estudo busca compreender a relação existente entre sexualidade e religiosidade das mulheres evangélicas da Igreja Ministério Tabernáculo residentes na zona rural do Município de Lajinha/MG. Procura-se observar as práticas adotadas pelo grupo em torno da sua saúde reprodutiva e como a doutrina religiosa da igreja orienta as famílias de seus adeptos sobre o assunto. Trata-se de um estudo de caso realizado com mulheres da Igreja Ministério Tabernáculo moradoras...

  14. Dor e Gozo: relatos de mulheres jovens sobre automutilações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Juliano Cedaro

    2013-08-01

    Full Text Available Este artigo discute a prática da automutilação, destacando os relatos de mulheres jovens (entre 15 e 21 anos, atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS. Tais atitudes consistem em provocar, de forma consciente, feridas no próprio corpo, como cortes, arranhões, queimaduras ou perfurações, não havendo nessas ações o desejo manifesto de suicídio, embora seja comum aparecerem ideações nesse sentido nas falas das pacientes. Os relatos acerca de tal comportamento são apresentados por meio de fragmentos de falas, registrados após atendimentos psicológicos, que esboçam a descrição dos sentimentos expostos dentro do setting terapêutico. As questões suscitadas são discutidas a partir das concepções psicanalíticas a respeito do gozo e do masoquismo, com ênfase nas proposições de Freud e Lacan, focalizando a seguinte indagação: qual é a função da dor autoprovocada - e das marcas corporais autoinflingidas - na dinâmica psíquica das pacientes com histórico de automutilações?

  15. RENOVANDO A TRADIÇÃO PELOS CAMINHOS DA INTERTEXTUALIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alba Olmi

    2007-08-01

    Full Text Available A revisão e a subversão dos contos de fadas e de outros textos canônicos realizadas por Angela Carter, Stevie Smith, Liz Lochhead e Anne Sexton, entre outras, se constituem na desconstrução/reconstrução da narrativa masculina através da qual é conferida uma nova forma literária, mas também uma nova voz à figura da mulher. Através da transposição diegética e da paródia, vão se modificando diversos elementos presentes na narrativa dos contos de fada tradicionais e de outros textos “canônicos”, o que produz uma transvalorização, isto é, uma transformação de natureza axiológica de seu primitivo horizonte cultural e de sentido. Essa revisão envolve também o nível lingüístico e as estruturas superficiais, porém sem nunca perder de vista a relação intertextual com os textos originais, questionando preconceitos e discriminação da figura feminina. Isso vem demonstrar que as mulheres estão criando uma literatura própria na qual histórias de mulheres são narradas do ponto de vista feminino.Transcendendo o sistema dicotômico-binário de gênero, que produziu relações seculares e históricas de poder, a escritura feminina reconstrói o conceito de diferença e de sujeito, provocando a ruptura do discurso hegemônico masculino, conferindo novo significado ao conceito de cultura. Observa-se, ainda, que o objetivo maior dessas re-escrituras não é simplesmente demolir uma tradição que perpetuou mitos e ideais patriarcais, mas evidenciar seus limites, suas lacunas e seus desvios, a fim de permitir que a tradição se renove, satisfazendo assim a dupla exigência de revisão e de continuidade em relação ao passado, pelos amplos caminhos da intertextualidade.

  16. Mulher, Pampa e natureza: um olhar através de contos puebleros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Corrêa Pereira Schlee

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho é um estudo em andamento que se detém nos contos puebleros para deslocar o olhar sobre a mulher, o Pampa e a natureza. Assim, busco a Educação Ambiental, como campo de saber importante e potente para a análise de mundo que temos em seu processo de construção cultural moderno. Entendendo a literatura como pedagogia cultural para problematizar como nos constituímos mulher no Pampa e como nos relacionamos com o discurso de natureza. O Pampa para pensar além de um território geográfico, mas como um lugar que é constituído pelos diversos atravessamentos: biológicos, geográficos, culturais, econômicos, políticos. Modos de ver o mundo, viver e narrar a natureza. Fabricações  histórica e socialmente constituídos em diferentes culturas e em diferentes épocas. É preciso pensar sobre as universalidades de ser mulher, assim como suas relações com a natureza e o pampa.

  17. Violência contra a mulher e políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blay Eva Alterman

    2003-01-01

    Full Text Available DIFERENTEMENTE dos inúmeros estudos existentes, de excelente qualidade, esta pesquisa busca investigar não apenas a chamada violência doméstica mas os vários tipos de homicídio - tentativa ou consumação - de mulheres, de todas as faixas etárias. Ela investigou e procurou comparar como este crime era tratado: 1. pela mídia (especialmente jornais de 1991 e de 2000; pelo rádio e televisão; 2. nos Boletins de Ocorrência das Delegacias de Policia da capital de São Paulo (do ano de 1998; 3. nos Processos Judiciais, através de uma amostra representativa dos cinco Tribunais do Júri da Capital de São Paulo (de 1997. Desejava saber como a mídia tão resistente a principio se comportava na passagem do século XXI face à violência contra a mulher, o que os BOs registravam e como eram julgados os assassinos/as de mulheres. Os complexos resultados obtidos revelaram mudanças em alguns segmentos e um concomitante mecanismo que retroalimenta a antiga violência nas relações sociais de gênero. Concluindo propõe-se a implantação de uma política transversal de gênero para enfrentar a violência.

  18. MULHER, UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL: REPRESENTAÇÕES, ESTEREÓTIPOS E IMAGENS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Rocha Siqueira

    2014-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo uma revisita a referenciais bibliográficos a partir dos quais foi possível refletir sobre a construção de estereótipos relacionados à imagem feminina no século XX partindo-se do conceito de representação proposto por Moscovici (2003. Pretende-se na convergência destas duas categorias (representação e imagem apresentar olhares sobre a construção de alguns estereótipos relacionados às mulheres, uma vez que diversas instituições inclusive o próprio movimento feminista em suas variadas vertentes também preocuparam-se em “criar” representações das mulheres. Algumas discussões presentes neste artigo fizeram parte do conteúdo da disciplina “Seminários avançados sobre produtos, processos e discursos midiáticos” ofertada pelo Núcleo de Pós-Graduação da Universidade Federal de Sergipe. Desta forma pode-se refletir sobre os variados recortes imagéticos dos quais as instituições e as próprias mulheres utilizaram-se para compor novas representações.

  19. Representações sociais de mulheres sobre o cheiro do leite materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerlaine de Oliveira Leite

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar as representações sociais de mulheres acerca do cheiro do leite materno. Métodos: Estudo qualitativo, realizado em 2015, com 33 mulheres/puérperas em um hospital universitário de Pernambuco, por meio de entrevista individual semiestruturada. Os dados coletados, submetidos ao software IRAMUTEQ, foram interpretados à luz da Teoria das Representações Sociais. Resultados: Dentre as representações sociais, a aceitação foi predominante, mesmo quando a percepção olfatória do cheiro do leite era desagradável, prevalecendo a importância desse alimento para a saúde da criança. Outras representações foram o incômodo causado pelo cheiro e os cuidados para amenizá-lo, o apoio do companheiro, o desprendimento no relacionamento interpessoal e a caracterização do olfato/sabor do leite. Conclusão: A aceitação foi a mais expressiva entre as representações sociais sobre o cheiro do leite, porém constataram-se percepções desagradáveis, evidenciando que estas particularidades do leite humano devem ser incluídas nas orientações à mulher e à família desde o pré-natal.

  20. HEADACHE IN CHAGASIC WOMEN Cefaléia em mulheres chagásicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitorino Modesto dos SANTOS

    1999-03-01

    Full Text Available The aim of this study was to compare the frequency of headache between Chagasic and Non-chagasic women. The cross-sectional study comprised 647 female ³40 years old, Chagasic (n = 362 and Controls (n = 285 at a Brazilian University Hospital. Chagasic were classified as Cardiac (n = 179, Megas (n = 58 or Indeterminate (n = 125 clinical forms. Headache was ascertained according to Headache International Society diagnostic criteria. The age (57.0 ± 11.3 versus 57.3 ± 10.4 years, and the percentage of white women (75.8% versus 77.1% were similar between Chagasic and Controls, respectively. Headache was more prevalent among Chagasic (32.9% than Controls (16.1%, mainly in Cardiac form (odds ratio, 2.41; 95% confidence interval, 1.38-4.23, phenomenon possibly related to parasympathetic denervation and cerebral vessels changes.O propósito do estudo foi comparar a freqüência de cefaléia entre mulheres Chagásicas e Não-chagásicas. O estudo retrospectivo compreendeu 647 mulheres com idade ³ 40 anos, Chagásicas (n = 362 e Controles (n = 285 atendidas em um Hospital Universitário brasileiro. As Chagásicas foram classificadas nas formas clínicas: Cardíacas (n = 179, Megas (n = 58 e Indeterminada (n = 125. Cefaléia foi definida de acordo com os critérios da Headache International Society. A idade (57,0 ± 11,3 versus 57,3 ± 10,4 anos e a percentagem de mulheres de cor branca (75,8% versus 77,1% foram semelhantes entre Chagásicas e Controles, respectivamente. Cefaléia foi mais freqüente entre Chagásicas (32,9% que nas Controles (16,1%, principalmente na forma Cardíaca (odds ratio, 2,41; intervalo de confiança 1,38-4,23, fenômeno possivelmente relacionado com desnervação parassimpática e alterações vasculares cerebrais.

  1. Planejamento familiar de mulheres com transtorno mental: o que profissionais do CAPS têm a dizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escolástica Rejane Ferreira Moura

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar demandas de planejamento familiar que chegam ao Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS e investigar contribuições desse serviço para as mulheres portadoras de transtorno mental. Trata-se de estudo qualitativo, realizado com oito profissionais de um CAPS de Fortaleza-CE. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista, sendo utilizada para análise a técnica de conteúdo. As demandas detectadas foram: solicitação de informações pelos familiares para lidar com paciente sexualmente ativo; pacientes suscetíveis à violência sexual e gravidez; mulheres com depressão, em uso de carbonato de lítio. As contribuições: necessidade de rede integrada (atenção básica/CAPS, com profissionais conhecedores das particularidades do planejamento familiar dessas mulheres - parte defende atendimento na atenção básica, parte, atendimento no CAPS, destacando-se o matriciamento como estratégia a corresponsabilizar os dois polos, evitando encaminhamentos desnecessários aos CAPS, pelo fortalecimento da resolubilidade dos casos na atenção básica.

  2. A Psicologia na área rural: os assentamentos da reforma agrária e as mulheres assentadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislayne Cristina Figueiredo Vasquez

    Full Text Available Este trabalho é um relato de intervenção realizada pela autora quando técnica da Fundação ITESP (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo, com grupos de mulheres assentadas de São Paulo. Durante o período de um ano e meio, foram realizadas reuniões de grupo semanais, abertas, com duração de aproximadamente duas horas cada. Essas intervenções se orientaram pelos pressupostos teóricos de Pichon-Rivière e de Bleger sobre o trabalho com grupos bem como por uma técnica denominada “clube dos saberes”, utilizados por terapeutas brasileiros no trabalho com pacientes psicóticos. Os grupos possibilitaram a discussão das questões de gênero nos assentamentos e tiveram como resultado um aumento na auto-estima, na autonomia e na capacidade organizativa dessas mulheres. Por outro lado, o trabalho foi dificultado, entre outros fatores, pelo desconhecimento da população rural acerca do que é Psicologia. O artigo termina tecendo considerações acerca do papel da Psicologia na área rural bem como evidencia a necessidade de nos voltarmos para o homem e a mulher do campo e para sua subjetividade.

  3. Intenções reprodutivas de mulheres que vivenciam regime de alta fecundidade em um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2013-09-01

    Full Text Available Neste estudo quantitativo e de base populacional objetivou-se identificar as intenções reprodutivas de mulheres com cinco ou mais filhos, residentes em Curitiba, Paraná. Foram entrevistadas 441 mulheres em seus domicílios entre os anos de 2006 a 2008. Calcularam-se frequências, e o teste t de Student e o coeficiente de Spearman para algumas variáveis. Para análise das perguntas abertas utilizou-se a análise de conteúdo e se elaboraram tabelas com as categorias e as respectivas frequências. O estudo revelou que para 51% das mulheres o número ideal de filhos seria dois; 10% tiveram o número de filhos que desejavam. Em 113 casos (40,4% o marido preferia ter um número maior de filhos do que as mulheres. Identificaram-se dificuldades na definição e na conquista da fecundidade desejada, falhas na assistência à saúde reprodutiva e desigualdades sociais e de gênero. O monitoramento pelos gestores de saúde dos diferenciais de fecundidade é necessário para o alcance da justiça social e a garantia dos direitos humanos, sexuais e reprodutivos, no Brasil.

  4. Subalternidade de gênero: refletindo sobre a vulnerabilidade para violência doméstica contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Christina Macedo Piosiadlo

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Este artigo tem o objetivo de refletir sobre a violência de gênero praticada contra a mulher no espaço intrafamiliar, sobretudo, a relação entre a subalternidade de gênero no âmbito familiar e a vulnerabilidade para este tipo de violência. Resultados: A subalternidade de gênero e a violência contra mulher apresentam-se entrelaçadas na história e, conformam-se por meio da construção de gênero nas sociedades. As mulheres formam um grupo que é violentado, constantemente, e de diversas maneiras, como, agressões e abusos físicos, verbais e sexuais cometidos por parceiros ou ex-parceiros, familiares, amigos, desconhecidos, por instituições públicas ou pelo Estado. Conclusão: Para que os serviços de saúde possam se antecipar às doenças e agravos decorrentes da violência doméstica é essencial compreender os aspectos relacionados à vulnerabilidade da mulher para a violência, como um indicador da iniquidade e da desigualdade social que supera o conceito probabilístico de risco.

  5. Fatores associados à violência contra mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Sueli da Silva Lima

    Full Text Available Resumo: No Brasil, há um limitado número de estudos sobre violência contra mulheres profissionais do sexo, tema que vem instigando pesquisadores em todo o mundo, estimulados principalmente por possíveis associações desta com o HIV. Este trabalho objetiva estimar a prevalência de violência contra mulheres profissionais do sexo, segundo natureza e perpetrador, e identificar os fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com dados de 2.523 mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras, recrutadas pelo método respondent-driven sampling (RDS. Os resultados mostraram que a prevalência de violência verbal foi de 59,5%; violência física 38,1%; sexual 37,8%. Violência física por parceiro íntimo, 25,2%; por clientes, 11,7%. Dentre os fatores associados à violência física estão: idade < 30 anos (ORa = 2,27; IC95%: 1,56-3,29; uso de drogas (ORa = 2,02; IC95%: 1,54-2,65; valor do programa até R$ 29,00 (ORa = 1,51; IC95%: 1,07-2,13. Conclui-se que as mulheres profissionais do sexo brasileiras vivenciam uma carga desproporcional de violência. Identificar fatores de vulnerabilidade é fundamental para as intervenções que garantam direitos humanos e controle do HIV.

  6. Preconceito de gênero em mulheres praticantes do esporte universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hillebrand, Marinez Domeneghini

    2008-01-01

    Full Text Available As mulheres atletas sempre tiveram de encarar o preconceito social em relação à prática de determinados esportes. Este artigo que aborda o tema preconceito, foi realizado com parte dos dados de um estudo pioneiro quanti-qualitativo, realizado no Parque Esportivo da PUCRS entre abril e setembro de 2006, com 43 mulheres voluntárias e participantes do Esporte Universitário na PUCRS, onde se buscou compreender como a prática esportiva influenciou sua qualidade de vida. Desse total, 11, praticavam futsal. Estas, foram submetidas às duas fases do estudo, sendo que na segunda fase, quatro praticantes de futsal responderam a uma entrevista semi-estruturada com quatro perguntas. Os dados coletados foram submetidos a uma avaliação estatística e a uma análise de conteúdo. Os resultados encontrados mostraram que essas mulheres possuem uma boa percepção de sua qualidade de vida para os cinco domínios avaliados pelo questionário. As entrevistas salientaram a presença do preconceito de gênero envolvido com a prática de futsal, mostrando a existência de uma opinião formada na sociedade em geral (um estereótipo, reforçada até pelas próprias famílias, de que as mulheres que praticam futsal são "machonas" e pouco "femininas". Ficou clara a importância da luta contra os preconceitos e a discriminação que envolvem essas atletas, buiscando o respeito da sociedade pela escolha dessa prática esportiva

  7. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Bandeira de Mello Amaral

    2016-06-01

    Ceará. Trata-se de um estudo seccional, exploratório-descritivo e documental. A amostra foi composta por 197 prontuários das mulheres atendidas em uma Unidade de Proteção Especial do Estado do Ceará entre os anos de 2001 e 2012. Os dados foram analisados através do SPSS® versão 20. As questões éticas deste estudo foram alicerçadas na Resolução n.º 466/12. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (COMEPE da Universidade Federal do Ceará, por meio do protocolo nº 369.332. Os resultados apontam que as mulheres agredidas são jovens (53,5%, pardas (47,2%, sem união estável (68,0%, com baixa escolaridade (91,4%, sem renda mensal fixa (30,5%, que residem em casa própria (35,5% com familiares (13,7%, são beneficiárias de algum programa de transferência de renda (26,9% e não possuem trabalhos formais (69,1%. Os agressores são jovens (71,7%, p=0,862, desenvolvem trabalho manual (41,5%, p=0,976, consomem álcool (86,8%, p=0,814, drogas ilícitas (54,7%, p=0,249 e cigarro (54,7%, p=0,931. Após a implantação da LMP, os agressores possuem mais antecedentes criminais (58,5%, p=0,000; a agressão tem ocorrido mais de uma vez, com maior número de denúncias e número de boletim de ocorrência, sendo o uso de substâncias psicoativas (22,6%, p=0,032 ou ciúme (18,9%, p=0,032 o fator desencadeante através de força física (45,3%, p=0,619, representada em hematomas (13,2%, p=0,726 ou não deixando marcas perceptíveis (22,6%, p=0,726 localizadas na cabeça, rosto e pescoço (28,3%, p=0,031. O perfil da violência doméstica se modificou com a promulgação da Lei Maria da Penha e este cenário demanda o desenvolvimento de ações sociais e de saúde voltadas para erradicação/controle e assistência efetiva deste grave problema social e de saúde pública

  8. Brasil Mulher e Nós Mulheres: origens da imprensa feminista brasileira Brasil Mulher e Nós Mulheres: origins of the feminist press in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina de Santa Cruz Leite

    2003-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta algumas reflexões sobre a imprensa feminista alternativa que surgiu no Estado de São Paulo, Brasil, na segunda metade dos anos 1970. Essa imprensa se tornou um espaço de expressão de uma linha política intimamente vinculada ao despertar das mulheres para as idéias feministas do período posterior à luta armada contra a ditadura no Brasil. Os jornais Brasil Mulher e Nós Mulheres retrataram, em seus artigos e editoriais, a luta pela anistia, pelas creches e pelas liberdades democráticas - todos símbolos da oposição contra o regime no período da ditadura militar. Além disso, eles incluíam matérias específicas, tais como violência doméstica, condições de trabalho das mulheres, direitos reprodutivos, aborto e sexualidade. Do ponto de vista do movimento popular e das organizações de mulheres, essa imprensa constitui, sem sombra de dúvida, uma fonte importante e ainda inexplorada para compreender o período considerado.This article presents some reflections about the feminist alternative press that appeared in the state of São Paulo, Brazil, in the second half of the 70's. The press was a space for expression of a special breed of politics that was closely linked to the awakening of women to feminist ideas in the period after the armed struggle against the Brazilian dictatorship. The journals Brasil Mulher and Nós Mulheres portray, in their articles and editorials, the fight for amnesty, for day nurseries, for democratic freedoms - all symbols of opposition against the regime in the era of military dictatorship. In addition they report on specific matters, such as, domestic violence, women's working-conditions, reproductive rights, abortion and sexuality. From the point of view of the popular movement and the women's organizations, the alternative press of women is without any doubt an important source, and still under-explored, for understanding the period considered.

  9. Papel do agente comunitário de saúde no controle do estoque domiciliar de medicamentos em comunidades atendidas pela estratégia de saúde da família The role of the community health agent in control of the in-house stock of medication in communities served by the family health strategy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Laste

    2012-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o estoque domiciliar de medicamentos em comunidades atendidas pela Estratégia de Saúde da Família (ESF em município localizado no Sul do Brasil. Foram amostrados 10% dos domicílios de cinco ESF. Os dados foram coletados por Agentes Comunitários de Saúde (ACS através de questionário adaptado. A idade média dos entrevistados foi de 42 anos e dos moradores foi de 16 anos, destes 51% eram mulheres. Foi observada renda de 1 a 3 salários mínimos (69,1%, e escolaridade de 0 a 4 anos de estudo (42%. Dos domicílios visitados, 98,7% apresentavam pelo menos um medicamento estocado. Dos 533 lugares de guarda averiguados, 43,5% estava exposto ao calor, 39,6% a umidade, 16,5% a luz. Dos 2.717 medicamentos encontrados, 6,9% estavam vencidos, 35,3% não estavam dentro da embalagem secundária, quando esta se aplica, 67,9% não continham a presença de bula. Os fármacos analgésicos foram os mais prevalentes no estoque (21%. Os resultados nos levam a concluir que há necessidade de equipe multiprofissional para a promoção de saúde e a racionalização dos estoques domiciliares de medicamentos, sendo que o ACS é um profissional indispensável para a promoção do uso racional de medicamentos.The scope of this study was to investigate the in-house stock of medication in communities served by the Family Health Strategy (FHS in a city located in the south of Brazil. A sample of 10% of households in five FHS areas was studied. Data were collected by Community Healthcare Workers using the adapted Fernandes questionnaire (2000. The mean age of the interviewees was 42 years and of the residents was 16 years, 51% of which were female. Low income (1 to 3 minimum wages was observed (69.1%, and low education levels (0 to 4 years of study (42%. Of the households visited 98.7% had at least one medication in stock. In 533 of the storage places located, 43.5% of such places were exposed to heat, 39.6% were exposed to

  10. Características reprodutivas de mulheres de 15 a 49 anos: estudos comparativos e planejamento de ações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Maria Teresa A.

    1999-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A disponibilidade de dados sobre o perfil socioeconômico, demográfico e reprodutivo das mulheres tanto em nível nacional, regional e municipal permite comparações entre regiões além de oferecer subsídios para o planejamento de ações do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base-populacional com uma amostra de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residindo na zona urbana da cidade de Pelotas, RS. As informações socioeconômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas através de um questionário estruturado. A análise foi realizada através da comparação estatística de médias e proporções. Na análise da esterilização os dados foram controlados para a idade. RESULTADOS: Cerca de 56% das mulheres eram casadas/em união e 35% solteiras. Um terço das mulheres eram donas-de-casa e 50% tinham trabalho remunerado. Cerca da metade das adolescentes tinham vida sexual ativa, e dessas, 33% já tinham estado grávidas. Observou-se elevado percentual de gravidez indesejada principalmente entre as jovens. O número médio de filhos entre as mulheres de 45 a 49 anos - final da vida reprodutiva - foi de 2,4. Os métodos contraceptivos mais prevalentes foram a pílula e a esterilização. Entre as mulheres casadas/em união, 15% estavam esterilizadas. Cerca de 25% das mulheres acima de 35 anos haviam feito ligadura tubária. Entre as mulheres esterilizadas, 29,6% tinham tido perda fetal e 18,3% haviam tido pelo menos um filho prematuro. Entre o total de maridos/companheiros, 20% não aceitavam o uso de pelo menos um método contraceptivo. CONCLUSÕES: Os resultados confirmam a necessidade de uma maior atenção e desenvolvimento de programas especiais para adolescentes, de melhorias no acesso aos serviços, de expansão do uso das opções anticoncepcionais disponíveis e de ações programáticas e pesquisas sobre o tema "homem/saúde reprodutiva".

  11. Mulheres cuidando de mulheres: um estudo sobre a Casa de Apoio Viva Maria, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil Women caring for women: a study on the "Viva Maria" shelter, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    2000-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo obter dados a respeito de mulheres vitimizadas que são atendidas em uma casa abrigo governamental denominada "Casa de Apoio Viva Maria", situada na cidade de Porto Alegre. Analisaram-se informações referentes a 110 mulheres que estiveram albergadas na casa durante os últimos dois anos - janeiro de 1996 a junho de 1998. O perfil da clientela mostrou que as mulheres eram jovens - em média, 29 anos; todas de baixa renda; 12% analfabetas, 21% negras, 80% delas com história de violência doméstica freqüente. Além disso, 18% destas mulheres retornaram à relação com o companheiro violento. Foram efetuadas visitas domiciliares a 34 ex-moradoras, convidando-as a participar de uma série de oficinas de avaliação. Um total de 118 pessoas - mães e crianças - integrou os três encontros de avaliação. Durante estes, os pesquisadores estimularam as participantes a expressar suas opiniões, percepções e sentimentos a respeito da experiência vivida na casa abrigo, assim como seus conceitos no tocante à violência. Finalmente, realizou-se um grupo focal com a equipe técnico-administrativa da casa. As trabalhadoras enfatizaram o quanto esse tipo de trabalho tem sido útil para seu desenvolvimento pessoal e auxiliou a modificar suas vidas.This research was conducted in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, with a sample of battered women selected from a government shelter called the "Casa Viva Maria". We analyzed data on 110 women staying at the shelter during the previous two years (January 1996-June 1998. The profile of the women was as follows: abused women were young (mean age 29 years, all had low socioeconomic status, 12% were illiterate, 21% were black, 80% reported frequent abuse by their partners, and 18% had returned to violent homes. The researchers visited 34 former lodgers from the shelter and invited them to participate in a series of evaluation workshops. A total of 118 persons, including mothers and

  12. Dismorfia muscular: A busca pelo corpo hiper musculoso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Pires Azevedo

    2012-03-01

    Full Text Available A dismorfia muscular tem sido identificada tanto em homens quanto em mulheres, provocando alterações da perceção da autoimagem e prejuízos socioculturais, e na saúde e bem-estar dos indivíduos. Nesse sentido, o objetivo deste estudo é analisar os aspetos socioculturais, psicológicos e o uso de recursos ergogênicos relacionados à dismorfia muscular, bem como, identificar os riscos promovidos pelo transtorno. Participaram 20 indivíduos, inscritos na rede mundial de computadores. Utilizou-se um questionário para coleta de dados e a análise documental para interpretação das respostas. Os resultados demonstram que as preocupações com a imagem corporal geram insegurança social, baixa autoestima e sentimentos de inferioridade, que seriam resolvidos se a pessoa tivesse corpos belos e fortes. A dismorfia muscular pode aumentar o risco de uso dos esteroides anabolizantes e o uso indiscriminado de suplementos alimentares. Conclui-se que a dismorfia muscular causa sofrimentos e prejuízos psicológicos, socioculturais e, desse modo, compromete a saúde das pessoas.

  13. Para que serve a mulher do anúncio? : um estudo sobre representações de gênero nas imagens publicitárias

    OpenAIRE

    Zamboni, Júlia Simões

    2013-01-01

    Esta dissertação analisa as imagens publicitárias que envolvem o corpo e a sexualidade femininos em anúncios de cerveja, lingerie e jeanswear. Foram incluídos também anúncios recepcionados pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), por denúncia de desrespeito às mulheres. O objetivo é entender as representações de gênero construídas pelo discurso publicitário a partir da ótica do construtivismo de gênero. A análise empreend...

  14. Roda de Conversa entre Mulheres: Denúncias Sobrea Lei Maria Da Penha e Descrença na Justiça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Santana Tavares

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo discute os desafios para a aplicação da Lei Maria da Penha em Salvador, Bahia, a partir do depoimento de onze mulheres em situação de violência doméstica e familiar, cujas queixas e demandas sobre a rede de atendimento foram verbalizadas em uma Roda de Conversa, realizada no Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CNDN em 5 de junho de 2012, para subsidiar a elaboração de um dossiê a ser entregue à CPMI da Violência, durante suas diligências na Bahia. As mulheres consideram o atendimento insatisfatório, tanto nas DEAMs como na Vara, no Ministério Público, no IML e até no Disque 190, uma vez que suas demandas não são atendidas. Sentem-se desprotegidas, humilhadas, desrespeitadas e reféns das situações de violência que as levam a peregrinar por estas instituições

  15. Infecção pelo HIV durante a gestação: estudo-Sentinela Parturiente, Brasil, 2002 HIV infection during pregnancy: the Sentinel Surveillance Project, Brazil, 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Borges de Souza Júnior

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a cobertura efetiva da detecção da infecção pelo HIV durante a gestação, em âmbito nacional. MÉTODOS: A cobertura efetiva do teste de HIV na gestação foi definida como a proporção de gestantes que teve atendimento pré-natal (pelo menos uma consulta, pedido de teste de HIV e conhecimento do resultado antes do parto, sendo estimada por processo de amostragem, utilizando-se as informações coletadas no Estudo-Sentinela Parturiente, 2002. As desigualdades da cobertura efetiva foram analisadas por: grande região; tamanho populacional do município de ocorrência do parto; e grau de instrução da mãe. RESULTADOS: A cobertura efetiva do teste de HIV durante a gestação foi estimada em 52%. As enormes desigualdades socioespaciais ficaram evidenciadas na comparação entre as regiões Nordeste (24% e Sul (72%; entre parturientes analfabetas (19% com as que têm o ensino fundamental completo (64%; entre as que realizaram o parto em municípios pequenos (36% com as que o realizaram em municípios com mais de 500 mil habitantes (66%. As recomendações do Ministério da Saúde foram atendidas, completamente, por somente 27% parturientes. CONCLUSÕES: Os resultados estabelecem a necessidade de haver medidas voltadas para maior cobertura da detecção do HIV na gestação, e indicam que os programas do Programa Nacional de DST e Aids e os programas de saúde da mulher devem ser intensificados, com estratégias conjuntas entre eles.OBJECTIVE: To evaluate the actual coverage of HIV infection detection during pregnancy at national level. METHODS: The actual coverage of HIV testing during pregnancy was defined as the proportion of women who attended prenatal care visits (at least one visit, ordering HIV testing and knowledge of test result before delivery. The coverage was estimated by sampling procedures based on the 2002 Sentinel Surveillance Study data. Actual coverage Inequalities were assessed by: country regions

  16. Raça e desigualdade entre as mulheres: um exemplo no sul do Brasil Race and inequality among women: an example in southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Anselmo Olinto

    2000-12-01

    Full Text Available Através de dados epidemiológicos este estudo pretende evidenciar as proporções sócio-econômicas das distinções criadas pelo "racismo contemporizador" da sociedade brasileira. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 2.779 mulheres, de 15 a 49 anos vivendo em uma cidade no sul do Brasil. As mulheres negras e pardas apresentaram menor escolaridade, renda familiar, piores condições de moradia do que as mulheres brancas. Ao mesmo tempo, usavam menos métodos contraceptivos, tinham mais filhos e apresentavam maior perda fetal do que as mulheres brancas. Chama a atenção que praticamente todos esses resultados apresentaram tendência linear entre as categorias, isto é, à medida que havia um "escurecimento" da pele, piores ficavam as condições sócio-econômicas das mulheres. Também foi observado que as mulheres negras eram mais separadas, divorciadas ou viúvas, evidenciando mais um aspecto de pauperização das mulheres negras, principalmente pelo limitado acesso dessas ao mercado de trabalho. Os resultados deste estudo demostram que as relações raciais entre as mulheres são uma problemática que deve permear a discussão sobre cidadania no Brasil.This study uses epidemiological data to investigate socioeconomic proportions of distinctions raised by "racism" in Brazilian society. A population-based cross-sectional study was conducted with a sample of 2,779 women ages 14 through 49, living in a southern Brazilian city. Black and mixed-race women had less schooling, lower family income, and worse housing conditions than white women. They also used contraceptive methods less frequently, had more children, and had higher spontaneous abortion and stillbirth rates than white women. Virtually all of the results show a linear relationship between such categories, i.e., the "darker" the woman's skin color, the worse her socioeconomic and reproductive conditions. We also observed that black

  17. O Goodwill gerado pelo Passivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Martins

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo deste estudo está relacionado à figura do Goodwill originado do Passivo de uma empresa, ou seja, não é a do Goodwill normalmente constituído pelos Ativos Intangíveis capazes de produzir uma rentabilidade anormal e que fazem com que o valor da entidade como um todo, em funcionamento, seja maior do que a soma algébrica dos valores justos de seus elementos patrimoniais. Trata-se de uma visão que se pode entender como novidade para muitos, ou seja, a do Goodwill originado do Passivo e, não, dos Ativos de uma empresa. Existem empresas que sequer conseguem remunerar o risco que seus Ativos carregam, mas podem apresentar Goodwill devido à forma com que suas atividades são financiadas. Método: Como ensaio, são apresentados conceitos básicos e de formulação, normalmente utilizados em avaliações de empresas. Na sequência, são apresentadas simulações que demonstram, de forma objetiva, o verdadeiro sentido técnico da formulação. Resultados: Sabendo-se que determinadas agências estatais de desenvolvimento e o próprio BNDES acabam financiando determinadas atividades com taxas de juros generosas, este estudo apresenta ainda um caso real de existência de Goodwill originado do Passivo de uma empresa brasileira. Contribuições: Este trabalho tem como uma de suas principais contribuições a exposição de um tema que é praticamente desconhecido no mundo acadêmico, totalmente desconsiderado pelas normas e legislações contábeis, mas presente no mundo dos analistas e investidores mais bem preparados, e o faz pela não disseminação desse conceito, com apresentação e redação acessíveis a todos os níveis de leitores.

  18. Juizado de Violência contra a Mulher de Ponta Grossa: contextualizando a realidade e desvelando possibilidades de atuação (Court violence against women tip thick: contextualizing the reality... Doi: 10.5212/Emancipacao.v.16i1.0005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Woinorvski de Miranda

    2016-12-01

    Full Text Available Resumo: Além de promover um apanhado teórico acerca da questão da violência contra a mulher, o presente artigo apresenta uma pesquisa por amostragem realizada em processos eletrônicos de Medidas Protetivas de Urgência do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da comarca de Ponta Grossa, cujos dados permitiram traçar o perfil das vítimas e dos agressores, bem como mapear as ocorrências de violência contra a mulher na cidade. Tal estudo possibilitou o reconhecimento da realidade institucional e das demandas atinentes ao Juizado, levando a reflexões que desvelam intervenções condizentes com a realidade e necessidades da população atendida.Palavras-chave: Violência. Mulher. Vara Criminal.Abstract: Apart from promoting a theorical summary about question of violence against women, this article presents a sample research conducted in eletronic processes of restraining urgency orders of Domestic and Family Violence against women Court of Ponta Grossa, whose data allow to profile victims and offenders, as well as mapping the occurences of violence against women in this city. Such work, hás enabled the recognition of reality institutional and demands relating to court, taking the reflexion that reveal consistence interventions with reality and the population served needs.Keywords: Violence. Woman. Criminal Court.

  19. Perda e luto: vivências de mulheres que interromperam a gestação por malformação fetal letal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenice Bertanha Consonni

    2013-09-01

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo conhecer as vivências de luto de mulheres que interromperam a gestação sob autorização judicial, devido à malformação fetal incompatível com a vida. Participaram do estudo dez mulheres atendidas no Setor de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas de Botucatu. Para coleta dos dados foi realizada entrevista semiestruturada quarenta dias após a interrupção. As entrevistas foram audiogravadas, transcritas na íntegra e tiveram os dados analisados na perspectiva da análise temática de conteúdo. Os resultados revelaram que as mães buscaram explicações e significados para a perda, sendo muito frequentes respostas religiosas e autoculpabilizantes. Os relatos marcaram sentimentos de tristeza, saudade e sensação de vazio pela perda do filho, revelando também a necessidade das mães de manterem-se ligadas a ele. As mães estavam e continuaram vinculadas aos seus filhos e a interrupção da gestação, embora tenha sido uma escolha para minimizar a dor de uma perda inevitável, não as poupou de vivências de grande sofrimento. O estudo traz subsídios para a discussão e planejamento de abordagens e cuidados com a saúde de mulheres que interrompem a gestação por malformação fetal letal, mediante autorização judicial.

  20. Memórias coletivas de mulheres que vivenciaram o near miss materno: necessidades de saúde e direitos humanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia de Azevedo Aguiar

    Full Text Available Resumo: Mulheres que vivenciaram o near miss materno podem, por meio de suas memórias coletivas, ajudar na compreensão dos eventos obstétricos graves, como a morte materna. A experiência das pessoas é autêntica e representativa do todo com a construção de uma identidade comum. É a identidade que dá qualidade à memória de um grupo. Assim, cada memória é um fenômeno social. Analisou-se a experiência de 12 mulheres que quase morreram em função do estado gravídico-puerperal. O método da história oral temática foi utilizado, na perspectiva das necessidades de saúde e direitos humanos. Seis memórias coletivas compuseram os discursos: necessidades de saúde não atendidas; deficiências assistenciais; privação do contato com o filho; violação de direitos; ausência de reivindicação dos direitos; e compensações dos direitos e necessidades não atendidos. Compreender as necessidades de saúde dessas mulheres é reconhecê-las como sujeitos de direitos; é individualizar a assistência, respeitando sua autonomia, garantindo o acesso às tecnologias e estabelecendo vínculo (aefetivo com o profissional de saúde

  1. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  2. Uso da informação no processo de tomada de decisão pelas mulheres gestoras da reitoria do IFPB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valmira Perucchi

    2012-01-01

    Full Text Available Considerando as informações como elemento de fundamental importância para o funcionamento das organizações, com ênfase para atividades de gestão, construímos essa pesquisa com o objetivo de investigar de que maneira se dá o uso da informação pelas gestoras da Reitoria do IFPB. Para tanto, utilizamos uma investigação bibliográfica e uma pesquisa de campo cuja abordagem dos dados deu-se de forma quantitativa e qualitativa. Os resultados apontaram para um equilíbrio com relação à quantidade de mulheres ocupando cargo de gestão, pois dos 56 cargos de gestão, 43% são ocupados por mulheres. Observamos também que as gestoras têm um bom nível de formação onde somente 11% têm apenas a graduação, as demais são especialistas, mestras e doutoras. Quanto ao uso das informações pelas gestoras, os resultados se apresentam frustrantes tendo em vista que nos dias atuais, ainda não conseguem ter suas necessidades de informação atendidas. Palavras-chave Uso da informação; Direito trabalhista das mulheres; Mercado de trabalho; Mulheres gestoras; Mulher no serviço público Abstract Taking into account information as element of noteworthy importance for the functioning of the organizations, with emphasis on management activities, this research was conducted with the aim to investigate how the female managers of the IFPB deanship use information. For this reason, we carried out a bibliographical investigation as well as a field research whose data were analyzed according to the quantitative and qualitative approaches. The results pointed out a balance in relation to the amount of women in management tasks. In a total of 56 management duties, 43% have women in charge of. We also noticed that the female managers present a good level of education considering that only 11% have the undergraduation course; the other ones hold post-graduation diplomas, such as: specialization, master and doctorate. As concerns the use of information

  3. Predictores de depresión posparto en puerperas atendidas en la ese municipal. Villavicencio. 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luz Myriam Tobón-Borrero

    2015-04-01

    Full Text Available El presente estudio tuvo como objetivo determinar los predictores de la depresión posparto. Se realizaron visitas domiciliares a las maternas que asistieron a la cita de puerperio en las IPS´s de la ESE Municipal de Villavicencio durante los meses de febrero y marzo de 2014. Diseño descriptivo de corte transversal, con enfoque cuantitativo. La muestra no probabilística de 34 mujeres puérperas atendidas en la IPS La Esperanza, Porfía, Morichal y Popular de la E.S.E Municipal de Villavicencio; Instrumento fue la Escala de Detección Sistemática de Depresión Posparto (PDSS de Cheryl Tatano y colaboradores. Resultados. En la evaluación de la probabilidad de presencia de síntomas agrupados en dimensiones y su asociación con DPSS los hallazgos en la muestra estudio (n=32, determinaron significancia en tres de las siete: labilidad emocional, culpa/vergüenza y ansiedad/inseguridad. Se partió desde una perspectiva bilateral, esto es, desde la hipótesis alternativa que consistió en asumir que existen diferencias en la prevalencia de la DPSS según la presencia de las diferentes dimensiones, grupos de síntomas, que presentaban las usuarias

  4. Mulheres nos especiais Bah!: identidade gaúcha e representação feminina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Nogueira Henriques

    2017-05-01

    Full Text Available O trabalho busca analisar de que forma a identidade feminina é representada na RBS TV, com base no discurso enunciado pelos programas televisivos Bah! Um programa muito gaúcho e Bah! Eu sou do Sul. A partir de uma análise cultural, tendo como operador analítico o circuito da cultura de Johnson, busca-se relacionar como se dá a presença e a representação das mulheres em um contexto tradicionalista. Observa-se que o programa, ao mesmo tempo em que rompe com a premissa da subordinação feminina, evidencia o estereótipo mais difundido do gaúcho.

  5. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  6. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  7. PERSPECTIVAS DE MULHERES QUE VIVENCIARAM O ABORTAMENTO.

    OpenAIRE

    Torres, Maria Madalena de Souza Matos

    2013-01-01

    Apesar das mudanças sociais advindas das lutas feministas, ser mãe ainda faz parte da realização de vida da maioria das mulheres. Sem ela não há continuidade da família. Diante disso, vê-se a maternidade como possibilidade de vida. Quando se frustra essa condição, em decorrência do abortamento, sérias consequências emocionais podem se gerar e uma nova gestação, possivelmente, tornar-se-á delicada. Este estudo teve como objetivo desvelar os significados e sentimentos vivencia...

  8. Representações da mulher em cartas bíblicas analisadas sob a perspectiva sistêmico-funcional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Maria Rossi

    2014-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar como a linguagem é usada para representar a mulher em duas cartas bíblicas do Novo Testamento sob o enfoque da Gramática Sistêmico-Funcional, de Halliday e Matthiessen (2004. Para isso, utilizamo-nos de categorias que realizam as três metafunções da linguagem. Na metafunção ideacional, ocupamo-nos do sistema de transitividade; da metafunção interpessoal, focalizamos o sistema de MODO e a polaridade; na metafunção textual, detemo-nos na estrutura temática. A análise conjunta dessas categorias evidenciou que a escolha pelo Tema Ideacional conjugada à função de fala proposta direcionada à mulher e às funções léxico-gramaticais de Ator, Experienciador e Portador desempenhadas por esse participante representam a mulher principalmente como submissa ao homem, ao marido e à sociedade.

  9. Mudanças nas trajetórias de vida e identidades de mulheres na contemporaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina de Campos Borges

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada no Rio de Janeiro e discute mudanças nas trajetórias de vida de mulheres das classes médias nas últimas décadas. Foram entrevistadas sobre seus projetos de vida dez mulheres pertencentes a duas gerações. Todas as entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra. Os textos resultantes das transcrições foram submetidos a uma análise de discurso. O estudo indicou que o aprofundamento do individualismo na vida social contemporânea vem alterando os projetos de vida dos indivíduos. As trajetórias de vida das mulheres são hoje menos padronizadas; trabalho, profissão e independência financeira são temas que têm ganhado relevância nos seus projetos. Nesse contexto, a identidade feminina é cada vez menos influenciada pelos papéis familiares tradicionais.

  10. GÊNERO E AGRICULTURA: A SITUAÇÃO DA MULHER NA AGRICULTURA DO RIO GRANDE DO SUL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Brumer

    2004-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2004000100011 O texto examina as formas de inserção das mulheres na agricultura familiar, procurando explicar a seletividade de gênero do processo migratório. Primeiramente, aborda a distribuição da população, por sexo e por grupos de idade, em diversas regiões do Estado do Rio Grande do Sul, caracterizando o maior índice de emigração de mulheres jovens do que dos demais grupos etários e de sexo. Depois, trata da divisão do trabalho por sexo e idade, dos efeitos da modernização sobre o trabalho agrícola, da inserção dos jovens no trabalho da unidade produtiva familiar, das atividades fora da agricultura e dos procedimentos utilizados pelos produtores agrícolas para a transmissão da propriedade rural para os filhos. Finalmente, discute o possível efeito do acesso das mulheres rurais à Previdência Rural sobre suas perspectivas de permanecer ou não na atividade agrícola.

  11. As representações sociais da mulher no movimento hip hop Woman's social representations in the hip-hop movement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Saemi Matsunaga

    2008-04-01

    Full Text Available Este artigo discute as representações sociais da mulher construídas pelo movimento hip hop. Este movimento constitui-se como uma possibilidade de manifestação política de jovens, bem como uma possibilidade de produção artística que, se inicialmente esteve mais presente em espaços não institucionalizados e voltados para a população que vive na periferia, atualmente é consumido por jovens de camadas econômicas distintas. A participação de mulheres, porém, ainda não é significativa (ainda que existam mulheres participando e ouve-se frequentemente músicas (ou raps que veiculam imagens negativas da mulher. Este estudo, portanto, analisa as representações sociais da mulher que estão presentes em letras de rap, problematizando como estas representações constroem, socialmente, modos de "ser" mulher.This paper discusses woman's social representations constructed by the hip-hop movement. This movement constitutes a possibility of younger generations to politically manifest themselves, as well as a possibility of artistic production that at the start was more present in non-institutionalized spaces and aimed at the populations living in marginal districts, it is now being currently consumed by youths of distinct social classes. However, the participation of women has not been significant (even though there are women taking part, and frequently negative images of women are conveyed from these songs (or raps. Thus, this study analyses the woman's social representations which are in rap lyrics, querying how such representations have built social ways of "being" a woman.

  12. Mulheres em situação de abortamento: estudo de caso Women in abortion situation: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Georgia Bianca Martins Bertolani

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho pretende, por meio da abordagem qualitativa e a partir de estudo de caso, analisar as narrativas de 19 mulheres em situação de abortamento, que foram atendidas no Hospital da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam do município de Vitória. A coleta dos dados foi realizada com o uso de técnicas de observação participante, entrevista com roteiro semiestruturado, registro em diário de campo e análise de prontuário. Os dados se apresentam a partir da construção de narrativas, segundo o modelo proposto por Bourdieu (2003; a análise das entrevistas gravadas seguiu a orientação de Pope e colaboradores (2006, com a consequente construção de categorias empíricas emergentes das narrativas. As categorias emergentes das narrativas das mulheres foram divididas em quatro: as experiências reprodutivas; como as mulheres perceberam-se grávidas; a experiência do abortamento; e o atendimento nos serviços de saúde. Os resultados demonstraram que a assistência não contempla suas necessidades de saúde, nem respeita seus direitos reprodutivos. Elas caracterizam o atendimento como ruim, ineficiente, preconceituoso, independentemente de terem provocado ou não o abortamento.This research intends to analyze, through a qualitative approach and a case study, the narratives of 19 women in abortion situation, who were assisted in the HUCAM (Hospital of the Federal University of the city of Vitoria, state of Espírito Santo. The data collection was made through participative observation techniques, semi-structured interviews, registrations on a field notebook and analysis of the women's medical records. The data were presented through the construction of narratives, following the model proposed by Bourdieu (2003; the analysis of the recorded interviews followed the orientation of Pope et al. (2006, with the construction of empiric categories that emerged from the narratives. Four categories emerged from the women's narratives

  13. “...A Gente Precisa de Cuidado”: A execução da Norma Técnica de Atenção Humanizada ao Abortamento em itinerários Abortivos de Mulheres Soteropolitanas.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Rita Bacellar Gonzaga

    2016-12-01

    Full Text Available Resumo Esse trabalho se debruça sobre os relatos de internação decorrente de complicações pós abortamento em itinerários abortivos de mulheres soteropolitanas. Para tanto foram analisados os depoimentos de cinco informantes selecionadas do total de doze entrevistas realizada entre 2014 e 2016. A metodologia está situada numa perspectiva qualitativa, com uso de entrevistas narrativas e para tratamento dos dados foi utilizada a análise do discurso a partir da perspectiva foucaultiana. O objetivo do recorte que se apresenta nesse texto é evidenciar como as experiências de internamento devido a complicações pós-abortamento são marcadas ou não pela Norma Técnica de Atenção Humanizada ao Abortamento (BRASIL, 2010, repercutindo em narrativas marcadas pelo cuidado ou pelo descaso e pela exposição das mulheres a situações de constrangimento. Por questões éticas a confidencialidade será resguardada através da utilização de nomes fictícios para as informantes e os hospitais/maternidades citados. Todas as informantes que tiveram complicações após o abortamento utilizaram como método de interrupção da gravidez o misoprostol, popularmente conhecido como cytotec, e apenas um dos relatos se refere a procedimento executado em uma casa através de sonda intra-uterina. A dificuldade de conseguir o medicamento e a ausência de informações seguras de como utilizá-lo são recorrentes nos relatos. A experiência do internamento é fortemente marcada pelo medo de ser descoberta como alguém que provocou o aborto e nenhuma das informantes relata ter sido atendida ou acolhida por profissional da psicologia ou do serviço social, como preconiza a Norma Técnica. Palavras Chave: Aborto provocado, norma técnica, atenção humanizada, cuidado. *** “...Nosotras necesitamos de cuidado”: la ejecución de la la Norma Técnica de Atención Humanizada del Aborto en itinerarios abortivos de mujeres del Salvador Resumen Este trabajo se

  14. A divisão de tarefas domésticas entre homens e mulheres no cotidiano do casamento*

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Jablonski

    Full Text Available O presente trabalho visa a investigar como se dá a negociação de tarefas dentro do lar face às novas demandas impostas a reboque do movimento de emancipação feminina e do ingresso maciço das mulheres no mercado de trabalho. Procuramos avaliar atitudes e comportamentos acerca de diversos tópicos relativos ao cotidiano da vida em comum entrevistando 20 membros de casais heterossexuais de classe média, com idades entre 30 e 40 anos, com pelo menos 5 anos de união e ao menos um filho. Entre os principais resultados, destacamos que, apesar da existência de uma dupla jornada de trabalho e das dificuldades demonstradas pelos homens em compartilhar de forma igualitária as tarefas domésticas - recaindo sobre a mulher o peso maior (cuidar da casa e das crianças, fazer compras, arrumar, lavar e passar, etc. - não observamos, como seria esperado, um aumento considerável de conflitos na relação marital.

  15. A divisão de tarefas domésticas entre homens e mulheres no cotidiano do casamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Jablonski

    Full Text Available O presente trabalho visa a investigar como se dá a negociação de tarefas dentro do lar face às novas demandas impostas a reboque do movimento de emancipação feminina e do ingresso maciço das mulheres no mercado de trabalho. Procuramos avaliar atitudes e comportamentos acerca de diversos tópicos relativos ao cotidiano da vida em comum entrevistando 20 membros de casais heterossexuais de classe média, com idades entre 30 e 40 anos, com pelo menos 5 anos de união e ao menos um filho. Entre os principais resultados, destacamos que, apesar da existência de uma dupla jornada de trabalho e das dificuldades demonstradas pelos homens em compartilhar de forma igualitária as tarefas domésticas - recaindo sobre a mulher o peso maior (cuidar da casa e das crianças, fazer compras, arrumar, lavar e passar, etc. - não observamos, como seria esperado, um aumento considerável de conflitos na relação marital.

  16. Reflexões sobre o processo histórico-discursivo do uso da legítima defesa da honra no Brasil e a construção das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita Danielle Ramos

    2012-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2012000100004 O presente artigo busca compreender, à luz da teoria de gênero, como, ainda hoje, nos julgamentos de assassinatos de mulheres a prerrogativa da legítima defesa da honra tem sido usada na defesa do réu como tentativa de reversão da pena de homicídio qualificado. Para tanto, fizemos um estudo dos códigos da legislação vigente no Brasil relacionados ao tema de nosso trabalho desde o período colonial até os dias de hoje. O trabalho procura mostrar como o assassinato das mulheres é o final de uma rede de violações contra elas que tem seu início na forma como as mulheres são produzidas pelo discurso.

  17. Mulheres no climatério: nível de informações, ansiedade, depressão, qualidade de vida e resultados de uma intervenção psicológica

    OpenAIRE

    Jaqueline Rodrigues da Cunha Netto

    2002-01-01

    Em decorrência do aumento da expectativa de vida, um número cada vez maior de mulheres tem oportunidade de vivenciar o climatério e a menopausa. O climatério deve ser compreendido como evento biológico determinado pelo contexto sócio-cultural. Para muitas mulheres, em função da desinformação e de mitos, este período é visto negativamente. Este estudo teve como objetivos caracterizar um grupo de mulheres no climatério quanto ao nível de informações, ansiedade, depressão e qualidade de vida, e ...

  18. Uso de cosméticos por mulheres do município de Esperança, Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexsandra Conceição Apolinário

    2013-08-01

    Full Text Available O aumento de vendas de produtos cosméticos e de higiene pessoal deve ser atentamente acompanhado pelos setores regulatórios competentes, uma vez que mais de oito mil matérias-primas são usadas na formulação destes produtos e muitas podem ocasionar efeitos adversos tóxicos ou mesmo alergias. Assim, este trabalho visou investigar quais as finalidades do uso de cosméticos entre mulheres, conhecer os mais utilizados e saber os locais de aquisição destes produtos. Tratouse de um estudo transversal, descritivo e exploratório, tendo como instrumento de coleta de dados um questionário com perguntas objetivas, aplicado entre 102 mulheres. A higiene (65,7% foi respondida como a principal finalidade de uso. Os produtos com maior frequência de utilização foram os perfumes e desodorantes (90,2%, maquiagens (74,5%, produtos para depilação (74,5% e tinturas de cabelos (41,2%. A maior parte das mulheres (63,7% relatou comprar os cosméticos em revistas. Diante dos resultados expostos, pode-se inferir que as mulheres utilizam variados tipos de cosméticos, com diferentes finalidades, o que pode implicar em risco para saúde.

  19. Avaliação da qualidade de vida e função sexual de mulheres com e sem incontinência urinária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Faria

    2012-06-01

    Full Text Available A incontinência urinária é a queixa de perda involuntária de urina. Os objetivos do presente estudo foram mensurar e comparar a qualidade de vida e a função sexual de mulheres com e sem incontinência urinária. Foram entrevistadas setenta mulheres, com e sem incontinência urinária. Os dados foram coletados por meio dos seguintes instrumentos: WHOQOL-BREF, KHQ e FSFI. Foram realizadas análises descritivas e teste t Student pareado (p<0,05. A qualidade de vida mensurada pelo WHOQOL–BREF evidenciou que as mulheres incontinentes apresentaram média de escore menor (S=57,14 quando comparadas com as continentes (S=71,42. Na avaliação da função sexual, o grupo GI obteve média total de escore menor (S=17,17 quando comparado com o grupo GC (S=24,20. Concluiu-se que tanto na análise da qualidade de vida quanto na função sexual os menores escores foram encontrados no grupo incontinente, evidenciando assim o impacto negativo da incontinência urinária na vida dessas mulheres.

  20. Dificuldades para obter informações da população de mulheres sobre aborto ilegal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osis Maria José D.

    1996-01-01

    Full Text Available Qualquer tentativa de se investigar a prática de abortos ilegais deve lidar com o problema de estar perguntando às mulheres acerca de um tema delicado, sensível, com implicações múltiplas, o que leva a dificuldades para se obter informações verazes. O estudo realizado enfoca principalmente aspectos metodológicos de uma pesquisa realizada junto a uma população de mulheres de 15 a 49 anos de idade, com o objetivo de verificar a freqüência e as condições em que era feito o aborto provocado em uma região do Estado de São Paulo (Brasil. Foram entrevistadas, em seus domicílios, 1.955 mulheres. Utilizou-se um questionário estruturado e pré-testado. A maioria das entrevistadas declarou nunca ter abortado nem pensado em fazê-lo, enquanto 4% referiram alguma vez ter feito aborto; 16,7% disseram que, pelo menos uma vez, tomaram chá/remédio para menstruar. Entre as que acreditaram estar grávidas na ocasião, a maioria informou nunca ter abortado, apesar de terem menstruado quando ingeriram chá/remédio. Os resultados permitiram concluir que as mulheres tendem a omitir a informação sobre a prática de aborto quando perguntadas diretamente sobre isso. Especialmente aquelas que o induzem por ingestão de substâncias parecem não reconhecer esse ato como sendo uma forma de interromper a gestação.

  1. A arte de ser Beija-Flor na tripla jornada de trabalho da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Vieira

    2013-06-01

    Full Text Available Com presença expressiva no mercado de trabalho, as mulheres vêm ampliando continuamente sua participação nos mais diversos cargos e funções, no entanto continuam sendo as principais responsáveis pelas atividades do lar e pelo cuidado dos filhos. A situação agrava-se com a crescente demanda por qualificação, exigindo que essas trabalhadoras cumpram, muitas vezes, três jornadas de trabalho: profissional, familiar e educacional. Este estudo teve como objetivo analisar os mecanismos de dominação refletidos nas ações de mulheres que "conciliam" as atividades profissionais, o cuidado com a família e as exigências da educação continuada, utilizando como referência principal o trabalho de Pierre Bourdieu. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados ocorreu através de entrevista, buscando obter as histórias orais temáticas de cinco mulheres. Os relatos foram submetidos à técnica de análise do conteúdo e os resultados revelam que a busca pela qualificação deriva da preocupação com a empregabilidade e que a disputa profissional está ligada não apenas ao gênero, mas também à concorrência com profissionais mais jovens. Apesar de as mulheres fazerem referência ao início de uma revisão da divisão sexual de tarefas do lar, a empregada doméstica ainda se revela fundamental nesse processo de delegação e de conciliação. Para se dedicar aos estudos, elas abdicaram do lazer, não como um sacrifício, mas sim como um ato de nova significação das coisas. Tal qual beija-flor, que conjuga trabalho e reprodução das espécies botânicas, elas esperam conciliar as jornadas com rapidez, mas também com graça e leveza.

  2. O MARKETING ORIENTADO PELO MERCADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Deretti

    2005-11-01

    -style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt;} @page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} -->

    Resumo

    A economia globalizada determinou alterações profundas no processo estratégico das empresas, propiciando oportunidades e ameaças em todos os segmentos e exigindo produtos e serviços competitivos. Assim, diante deste cenário extremamente desafiador, a função marketing dentro das empresas assume maior importância no desenvolvimento de vantagens competitivas sustentáveis e na redução das incertezas. Muitos autores consideram que a orientação para o mercado seja a essência da filosofia empresarial que leva ao sucesso nesta luta pelos mercados porque investiga desejos e necessidades do consumidor. Este artigo faz uma contextualização dos principais trabalhos que colaboraram para a estruturação do conceito de marketing e da orientação para o mercado.

     

  3. Avaliação nutricional de pacientes com câncer de mama atendidas no Serviço de Mastologia do Hospital das Clínicas, Belo Horizonte (MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirce Ribeiro de Oliveira

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é avaliar o perfil nutricional, a composição corporal e as características tumorais de 31 pacientes com câncer de mama atendidas pelo Serviço de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Os dados da dieta foram coletados usando-se o recordatório de 24 horas no momento pré-cirúrgico e analisados pelo Software de Nutrição DietWin Profissional 2008. A composição corporal foi avaliada por análise de impedância bioelétrica. A caracterização tumoral foi realizada através da avaliação dos dados obtidos no prontuário de cada paciente. A idade média foi de 50,75 ± 14,3 anos. Foi observado excesso de peso corporal em 58% das pacientes e circunferência da cintura maior que 80 cm em 64,5%. Consumo excessivo de alimentos pertencentes aos grupos dos óleos e dos açúcares foi verificado em 90,3% e 83,8%, respectivamente. A maioria das pacientes apresentou baixo consumo de cálcio e de vitaminas B6, B12 e A. O diagnóstico predominante foi de carcinoma ductal invasivo, de grau histológico tipo II em estadio II ou III. A prevalência do excesso de peso e a inadequação do consumo alimentar demonstram a necessidade de orientação e acompanhamento nutricional individualizado, visando melhorar o prognóstico e a qualidade de vida da paciente.

  4. Streptococo del grupo B en mujeres embarazadas atendidas en el Centro de Salud Primero de Mayo. Abril-Agosto 2007

    OpenAIRE

    Dubón Méndez, Nancy; Altamirano González, Marjorie del Socorro; Alemán Rivera, Teresa de Jesús

    2008-01-01

    Streptococos del grupo B (SGB) es una de las principales causas de muertes neonatales en todo el mundo y esta directamente relacionada con la colonización materna al momento del parto. Se realizó un estudio descriptivo de corte transversal que incluyó un total de 120 mujeres embarazadas atendidas en el Centro de Salud 1ro. de mayo-León, con el objetivo de identificar la frecuencia de streptococo del grupo B, debido a que la identificación de esta bacteria influye positivamente en la prevenció...

  5. Estresse em mulheres com Diabetes mellitus tipo 2

    OpenAIRE

    Lessmann, Juliana Cristina; Silva, Denise Maria Guerreiro Vieira da; Nassar, Silvia Modesto

    2011-01-01

    OBJETIVO: O objetivo do estudo foi investigar a relação entre estresse e Diabetes Mellitus Tipo 2 em mulheres. MÉTODO: Estudo transversal prospectivo, desenvolvido com 147 mulheres, utilizando a Escala de Estresse Percebido (PSS). RESULTADOS: Houve associação entre as variáveis testadas, sendo possível inferir que as mulheres com estresse elevado são as que vivenciaram sofrimento e apresentam controle glicêmico alterado, ou seja, com valores superiores a 180 mg/dL. A maioria relatou sofriment...

  6. Prevalência de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres idosas

    OpenAIRE

    Gomes, Fabiana Vanessa Silva

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia Aplicada (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) Comportamentos alimentares disfuncionais são frequentes em jovens, mas pouco se sabe sobre a sua prevalência em mulheres idosas. Este estudo consiste em estudar a prevalência pontual de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres com 65 anos ou mais. Estudo de prevalência constituído por um momento de avaliação de duas fases com 342 mulheres entre os 65 e 94 anos...

  7. Turismo Rural: a contribuição da mulher

    OpenAIRE

    Lunardi, Raquel; de Jesus Almeida, Joaquim Anécio

    2015-01-01

    As mudanças ocorridas no meio rural brasileiro, a partir da década de setenta, proporcionaram o desenvolvimento de atividades não-agrícolas nas propriedades e, conseqüentemente, o aumento da participação da mulher nessa nova realidade. Uma das principais atividades que surgiram, no meio rural brasileiro, foi o turismo. Nesse enfoque, este trabalho tem como objetivo estudar o papel da mulher no desenvolvimento da atividade turística no meio rural. Para isso, foram observadas mulheres empreende...

  8. O consumo e a mulher consumidora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Araujo

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo é o resultado de uma pesquisa realizada durante o ano de 2004, a qual buscou identificar a imagem da mulher veiculada em anúncios publicitários de calçados femininos. Para a realização deste projeto, foram analisadas revistas de circulação nacional que publicam para o segmento coureiro-calçadista. Palavras-chave: Anúncios publicitários; consumo; imagem feminina. ABSTRACT This article is the result of a piece of research carried through during 2004. The study tried to identify the feminine image propagated in different advertisements of feminine footwear. Magazines of national circulation published for the footwear segment were analyzed. Keywords: Advertisement pieces; comsuption; feminine image.

  9. Factores Asociados a la Dismenorrea Primaria en Mujeres Atendidas en el Hospital de la Solidaridad de San Juan de Lurigancho 2014.

    OpenAIRE

    Ticlla Vargas, Mery

    2015-01-01

    Objetivo: Determinar los factores asociados a la dismenorrea primaria en mujeres atendidas en el Hospital de la Solidaridad de San Juan de Lurigancho, 2014. Metodología: Se realizó un estudio de tipo observacional, corte transversal, colección de los datos tipo retrospectivo, al nivel explicativo, tipo de diseño caso-control, en el cual participaron 40 mujeres atendidas en el Hospital de la Solidaridad de San Juan de Lurigancho, 2014 basado en una encuesta anónima aplicada a la una muestra al...

  10. A mulher coronariopata no climatério após a menopausa: implicações na qualidade de vida The post menopausal climacteric woman with coronary artery disease: implications to quality of life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.E.C. DE S. FAVARATO

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida em mulheres com doença isquêmica do coração no climatério após a menopausa. MÉTODOS: O estudo incluiu 100 mulheres após a menopausa, sendo 50 portadoras de doença arterial coronária (DAC em seguimento no Instituto do Coração (InCor HC-FMUSP e 50 que não apresentavam doenças associadas (grupo controle atendidas no Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza da FSP - USP. A qualidade de vida foi avaliada mediante a utilização de dois instrumentos: uma entrevista estruturada e a aplicação do questionário genérico de avaliação de qualidade de vida ( SF - 36 . RESULTADOS: Os grupos eram homogêneos em relação à idade da última menstruação: 49 ±3,9 anos na DAC e 49,2±3 anos no grupo controle. Os grupos também eram similares quanto à escolaridade: 84% possuíam primeiro grau (completo ou incompleto; estado civil: casadas 64% das DAC e 45% do grupo controle e viúvas 18% da DAC e 24% das controle. A atividade profissional fora do lar foi significativamente mais freqüente no grupo controle (52% e 14% nas DAC (p=0,0001. Ambos os grupos demonstraram percepções semelhantes no que se refere à sexualidade. A avaliação da qualidade de vida pelo SF - 36 mostrou melhores resultados no grupo controle em relação a: capacidade física (84 vs 50,5 na DAC; aspectos físicos (84 vs 45,5; estado geral de saúde (87,2 vs 59,1; vitalidade (69,7 vs 51,4 e escore total dos componentes mentais (70,4 vs 58,6. CONCLUSÃO: A coronariopatia interfere na qualidade de vida das mulheres após a menopausa, limitando a capacidade física e o desempenho das atividades da vida diária, além de intensificar as dificuldades emocionais desse período.PURPOSE: To analyse the quality of life of post menopausal women with coronary artery disease. METHODS: The population consisted of 100 women, divided into 2 groups. The firstgroup made up of 50 women whose average age was 58 ± 4,2 years with > stable

  11. Estadiamento inicial dos casos de câncer de mama e colo do útero em mulheres brasileiras Initial staging of breast and cervical cancer in Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Claudio Santos Thuler

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a evolução temporal do estadiamento no momento do diagnóstico dos casos de câncer de mama e do colo do útero em mulheres atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS. MÉTODOS: em uma primeira etapa foram identificados os relatórios disponíveis contendo a descrição do estadiamento clínico inicial dos casos de câncer atendidos nos hospitais brasileiros. Considerando-se sua escassez e pouca representatividade, realizou-se uma segunda etapa na qual foi efetuada busca ativa de informações. Uma planilha foi enviada por via postal a todos (n=173 os Centros de Alta Complexidade em Oncologia (CACON cadastrados pelo Ministério da Saúde para atendimento ao SUS solicitando informações para o período compreendido entre 1995 e 2002. Para a análise estatística foi utilizado o programa "R". Os resultados são apresentados como percentuais e boxplots. RESULTADOS: na primeira etapa (1990-1994 foram identificadas informações de 18 hospitais, referentes a 7.458 pacientes com câncer de mama e 7.216 pacientes com câncer do colo do útero. A mediana de casos diagnosticados em estádio avançado (estádios III e IV foi de 52,6 e 56,8%, respectivamente. Na segunda etapa (1995-2002 foram obtidas informações de 89 hospitais e 7 serviços isolados de quimioterapia ou radioterapia, referentes a 43.442 casos de câncer de mama e 29.263 casos de câncer de colo do útero. A taxa de resposta, baseada na listagem inicial de CACONs, foi de 55%. A mediana do percentual de pacientes em estádio avançado foi de 45,3% para os casos de câncer de mama e de 45,5% para os casos de câncer do colo do útero. CONCLUSÕES: no Brasil, poucos estudos analisaram as tendências temporais do estadiamento dos casos de câncer. Os dados obtidos a partir dos registros hospitalares de Câncer mostraram que, na última década, houve redução no percentual de casos de câncer de mama e do colo do útero em estádio avançado, o que pode indicar que

  12. O PAPEL SOCIAL DA MULHER BRASILEIRA NAS DÉCADAS DE 30 A 60, RETRATADA ATRAVÉS DAS PROPAGANDAS VEICULADAS NA REVISTA O CRUZEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Spengler Azambuja

    2006-01-01

    Full Text Available O desenvolvimento de novas tecnologias de comunicação contribuíram para a construção de novas abordagens sobre os mais diversos temas. O estudo imagético apresenta-se como uma ferramenta auxiliar que através das imagens, veiculadas pelos meios de comunicação, direcionados ao público feminino, nos proporciona um maior entendimento do papel social da mulher ao longo do tempo. O presente trabalho pretende abordar evoluções históricas relevantes ao estudo do comportamento do consumidor, no que se refere ao papel feminino na propaganda. A pesquisa destaca a utilização das áreas da Comunicação e História para a coleta de informações na construção de uma caracterização do papel feminino frente ao consumismo, identificando no espaço brasileiro das décadas de 30 a 60, através de alguns anúncios publicitários impressos na revista O Cruzeiro. Percebeu-se as maneiras pelas quais a propaganda se modificou e ajudou a modificar o perfil feminino contemporâneo. A propaganda será o fio condutor que liga uma mulher “vitoriana”, apegada aos valores familiares conservadores, ainda tímida enquanto agente de mudança social, a uma mulher revigorada, atenta ao seu papel em uma sociedade em transformação. Orientada pelos valores de consumo tanto para a aquisição de produtos que a auxiliasse na proteção familiar, tanto aos que a induziam à liberdade de expressão e a americanização dos padrões e comportamentos, as mulheres brasileiras sempre foram modelos de referência ao comportamento do consumidor. Alvo de grande parte dos esforços da propaganda nacional, a mulher é colocada como uma engrenagem chave do processo de consumo na sociedade contemporânea e é o objeto através do qual a publicidade pretendeu alcançar seus objetivos comerciais. Palavras-chave: Mulher. Propaganda. Comunicação. Comportamento.

  13. Educação escolar de mulheres negras: interdições históricas...

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giane Elisa Sales de Almeida

    2011-12-01

    Full Text Available O artigo aborda aspectos relativos a historia da educação de mulheres negras com base na analise dos fragmentos de memória disponibilizados pelos sujeitos da investigação. Procurando desenhar um perfil do que foi a trajetória educacional desse grupo, particularmente na cidade de Juiz de Fora,no estado brasileiro de Minas Gerais, no período 1950-1970, utilizou-se a historia oral como metodologia. Foram analisados aspectos relativos a cultura escolar e a democratização da escola publica no Brasil, bem como os modos como as políticas publicas voltadas a escolarização interferiram nas historias de vida das mulheres negras. O artigo relaciona as categorias raça, gênero e classe para o entendimento da fruição do direito a cidade e a escola publica como um importante equipamento urbano. Discute os modos como as políticas publicas são apreendidas e os limites interpostos no cotidiano escolar. O artigo aborda aspectos relativos a historia da educação de mulheres negras com base na analise dos fragmentos de memória disponibilizados pelos sujeitos da investigação. Procurando desenhar um perfil do que foi a trajetória educacional desse grupo, particularmente na cidade de Juiz de Fora,no estado brasileiro de Minas Gerais, no período 1950-1970, utilizou-se a historia oral como metodologia. Foram analisados aspectos relativos a cultura escolar e a democratização da escola publica no Brasil, bem como os modos como as políticas publicas voltadas a escolarização interferiram nas historias de vida das mulheres negras. O artigo relaciona as categorias raça, gênero e classe para o entendimento da fruição do direito a cidade e a escola publica como um importante equipamento urbano. Discute os modos como as políticas publicas são apreendidas e os limites interpostos no cotidiano escolar.

  14. Cotidiano ritualizado: grupos de mulheres no enfrentamento à violência de gênero Ritualized daily routine: groups of women to face gender violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela N. Meneghel

    2005-03-01

    Full Text Available Este estudo avalia a experiência com grupos de mulheres em situação de violência de gênero, desenvolvida em um programa de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos, no Estado do Rio Grande do Sul. Os pesquisadores organizaram três grupos de mulheres durante os anos de 2002 e 2003. Os grupos tiveram o formato de oficina, abertos a toda mulher em situação de violência de gênero perpetrada pelo companheiro e constituíram um espaço protegido de acolhimento e escuta para as mulheres. O objetivo principal das oficinas foi contribuir para o "empoderamento" das mulheres, tornando-as agentes da sua própria transformação. Foram construídas dinâmicas como narrativas e pinturas, objetivando impactar sobre a violência de gênero. O grupo proporcionou troca interdisciplinar, experiência e avaliação contínua para os pesquisadores e as participantes.This study represents an evaluation about battered women's group experience developed as part of a university extension program of Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos in Rio Grande do Sul State. The researchers organized three groups of women during the years 2002 and 2003. The groups worked like a workshop open to any woman suffering domestic violence perpetrate by partner and was a protect space to receive and listen to women. The main objective of the workshops was to contribute to the empowerment of women, turning them into agents of their own transformation. Researchers built actions like stories and paintings to impact gender violence. The group provided interdisciplinary exchange, experience and ongoing evaluation for researchers and participants.

  15. HOMEM RAZÃO E MULHER EMOÇÃO: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO DICOTÔMICA ENTRE HOMENS E MULHERES NA VISÃO DOS ASSENTADOS(AS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Chiozzini Martins-Suarez

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO O presente artigo convida o leitor a uma reflexão sobre o pensamento dual que caracteriza o caráter hierárquico da inter-relação homem/mulher a partir de palavras que dão significados ao que se compreende pelos termos que definem os dois sexos. Os vocábulos aqui referidos são aqueles que representam ideias opostas, não só no sentido léxico, mas também no que concerne a interpretação social dos atributos que definem homens e mulheres sustentados pela relação dicotômica existente entre eles. O objetivo deste trabalho é investigar a origem e aplicação destas expressões dentro de uma abordagem histórica e sociológica. Para esta análise, então, foi considerada a associação de termos opostos como: racional, superior, forte e externo ao homem e, palavras como: emocional, fraco, inferior e oculto à mulher. Para isso, a definição de família patriarcal, baseada na família estruturada a partir do poder do homem culminando na “inferiorização” da mulher, também foi levada em conta, desde sua origem no ambiente rural até seu reflexo na esfera urbana. Apoiado nestas premissas e conceitos, o presente artigo baseia-se na metodologia de análise do conteúdo das respostas de assentados e assentadas de três projetos de assentamento (P.A. localizados no estado de Sergipe a fim confrontar a teoria mencionada acima com as afirmações obtidas após categorização por sexo. Foram analisadas respostas dadas por homens e mulheres separadamente a partir dos dados coletados em uma pesquisa realizada no ano de 2009 e que resultou em tese de doutorado[1]. A intenção do artigo é buscar uma possível desconstrução da dualidade homem/mulher de caráter valorativo presente nas suas falas propondo ao leitor uma reflexão crítica sobre a prevalência do caráter “inferior” dado as mulheres, no sentido de desconstruir a relação emoção e inferioridade uma vez que este não é um dado biologicamente atribuído ao sexo

  16. Incontinência urinária entre mulheres climatéricas brasileiras: inquérito domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guarisi Telma

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Por inquérito populacional domiciliar, investigar a prevalência de incontinência urinária de esforço e os fatores a ela associados em mulheres climatéricas. MÉTODOS: Realizou-se análise secundária de dados de um inquérito populacional domiciliar sobre o climatério e a menopausa em mulheres do município de Campinas, SP, Brasil. Foram selecionadas, por meio de estudo descritivo e exploratório de corte transversal, por processo de amostragem, 456 mulheres, na faixa etária de 45 a 60 anos de idade. Exploraram-se a queixa de incontinência urinária e os fatores de risco possivelmente relacionados -- idade, estrato socioeconômico, escolaridade, cor, paridade, tabagismo, índice de massa corpórea, cirurgias ginecológicas anteriores, estado menopausal e uso de terapia de reposição hormonal. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, adaptados pelos autores e fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, pela Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa. A análise dos dados foi realizada por razão de prevalência (IC 95%. RESULTADOS: Das mulheres entrevistadas, 35% referiram perda urinária aos esforços. Nenhum dos fatores sociodemográficos estudados se mostrou associado ao risco de incontinência urinária. Também a paridade não alterou significativamente esse risco. Outros fatores como cirurgias ginecológicas anteriores, índice de massa corpórea e tabagismo não se mostraram associados à prevalência de incontinência urinária. O estado menopausal e o uso de terapia de reposição hormonal não modificaram o risco de incontinência urinária de esforço. CONCLUSÃO: Apesar de a prevalência de incontinência urinária em mulheres climatéricas ter sido alta, não se mostrou associada aos fatores socioeconômicos e reprodutivos abordados.

  17. Quando o desejo se submete à necessidade de comer… : Características do comportamento alimentar numa amostra de mulheres com obesidade

    OpenAIRE

    Leitão, Mafalda Rodrigues

    2011-01-01

    Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário O presente estudo pretende averiguar, numa amostra de 70 mulheres com um Índice de Massa Corporal (IMC) superior a 30kg/m², os comportamentos alimentares, nomeadamente à ingestão emocional, ingestão externa e restrição alimentar, avaliados pelo Questionário Holandês do Comportamento Alimentar (Q.H.C.A.). Pretende ainda explorar a associação do IMC e à existência ou não de um problema psicológico. Além disso, ...

  18. Validação do questionário de qualidade de vida (King's Health Questionnaire) em mulheres brasileiras com incontinência urinária

    OpenAIRE

    Fonseca,Eliana Suelotto Machado; Camargo,Adriana Luciana Moreno; Castro,Rodrigo de Aquino; Sartori,Marair Gracio Ferreira; Fonseca,Marcelo Cunio Machado; Lima,Geraldo Rodrigues de; Girão,Manoel João Batista de Castello

    2005-01-01

    OBJETIVO: a proposta deste estudo foi traduzir e validar o King's Health Questionnaire (KHQ) para mulheres brasileiras com incontinência urinária. MÉTODOS: 134 pacientes com incontinência urinária, confirmada pelo estudo urodinâmico, foram recrutadas em ambulatório de Uroginecologia. Inicialmente, traduzimos o questionário KHQ para a língua portuguesa (do Brasil) de acordo com critérios internacionais. Devido às diferenças da língua, fizemos a adaptação cultural, estrutural, conceitual e semâ...

  19. Planejamento familiar: a autonomia das mulheres sob questão Family planning: a matter of women's choice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Costa

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar as condições de acesso das mulheres às atividades de atenção e aos métodos contraceptivos no Brasil. MÉTODOS: inquérito exploratório por questionário auto-aplicado em amostra de municípios, probabilística, aleatória e estratificada por região geográfica e por dimensão populacional. RESULTADOS: os resultados, obtidos por aplicação de fatores de expansão da amostra, abrangem 5507 municípios. Destaca-se a elevada priorização do planejamento familiar associado à região geográfica e ao tamanho do município. A estimativa de cobertura atendida está associada à modalidade de gestão.O diafragma não é oferecido por 79,5% de 5.358 municípios e apenas 6,6% deles atendem à demanda por diafragma superior a 75%, contrastando com os injetáveis, para os quais 13,4% de 5314 municípios conseguem atender a mais que 75% da demanda. A atenção à infertilidade não é realizada em 72,9% dos municípios brasileiros (n=5349 e, em apenas 5,9% deles, são atendidas demandas superiores a 75%. CONCLUSÕES: os resultados encontrados denunciam a dissociação entre as práticas educativas e a rotina de atenção ao planejamento familiar; restrições qualitativas e quantitativas de acesso aos métodos contraceptivos e ainda a baixa oferta de atenção à infertilidade. Ficam evidentes as condições de comprometimento do exercício da autonomia das mulheres quanto a livre escolha dos métodos contraceptivos.OBJECTIVES: to investigate women's access to contraceptive methods. METHODS: inquiry through a self-applied survey of a random sample (divided into geographic regions and population size. The study comprised all 5507 Brazilian municipalities. RESULTS: an outstanding number of municipalities place a high priority on family planning in relation to geographic region and size. As for contraception availability, 79.5% of 5358 municipalities do not provide diaphragms, and only 6.6% meet over 75% of the demand. In contrast

  20. Promoção à saúde da mulher negra no povoado Castelo, Município de Alcântara, Maranhão, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deuzilene Pedra Viegas

    Full Text Available Resumo A Política Nacional de Saúde para a Mulher Negra dispõe de um aparato legal que dá suporte a sua implementação, conquistado pelo movimento negro. Tendo como parâmetro as legislações referentes à saúde da população negra e à saúde da mulher, além dos documentos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Alcântara, este trabalho teve como objetivo geral analisar os serviços básicos de saúde prestados às mulheres negras do povoado Castelo e como objetivos específicos realizar levantamento empírico dos programas e projetos voltados para mulheres negras oferecidos pelo município de Alcântara; verificar se no povoado Castelo há algum atendimento específico para mulheres negras; identificar as principais demandas das mulheres da comunidade ao serviço de saúde local; averiguar como o quesito cor está sendo empregado pela equipe da Estratégia Saúde da Família que atende a comunidade. A metodologia consistiu em identificar, através de documentos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS, as ações e serviços voltados para as mulheres na comunidade, e por meio de questionário aplicado aos profissionais, seus conhecimentos sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. Concluímos que, apesar do aparato legal, reconhecido e citado pela SEMUS em seu Plano de Saúde atual, as legislações não têm sido suficientes para que esse segmento social tenha suas peculiaridades reconhecidas. Informações básicas para planejamento de ações específicas, como a coleta do quesito cor, por exemplo, não são realizadas pela SEMUS. Não identificamos nenhuma ação planejada que considere as características raciais e étnicas das mulheres da comunidade.

  1. Consumo abusivo de álcool em mulheres Consumo excesivo de alcohol entre las mujeres Heavy alcohol consumption among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciele Cadahaiane de Oliveira

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, exploratório, objetivou caracterizar as mulheres atendidas em um Hospital de Ensino do Noroeste do Paraná, por abuso de álcool, nos anos de 1999 a 2008, segundo variáveis sociodemográficas e dados da intoxicação. Dos 823 atendimentos, a faixa etária mais frequente foi dos 20 aos 49 anos (58,32%. 13 (1,58% mulheres estavam grávidas; 12,5% apresentavam de 9 a 12 anos de estudo. Os destilados foram a principal bebida utilizada, e a ingestão foi mais prevalente no período noturno. Cerca de 156 (18,96% mulheres necessitaram de internamento hospitalar. Evasão hospitalar foi observada em 8,5% dos casos. Conclui-se que a população feminina representa um subgrupo da população suscetível ao abuso do álcool, e, com o perfil descrito neste estudo, foi possível descrever as áreas de impacto na saúde da mulher, possibilitando a implementação de medidas preventivas para diminuir a ocorrência, as complicações e a reincidência nessa população.Este estudio descriptivo, exploratorio tiene por objetivo caracterizar las mujeres que acuden a Hospital Universitario de Paraná en el Noroeste, por abuso de alcohol en los años de 1999 a 2008, según los datos sociodemográficos de la intoxicación y se asocia con trauma y violencia. De los 823 atendimentos la faja de edad más frecuente fue de los 20 a los 49 años (58,32%. 13 (1,58% mujeres estaban embarazadas; 12,5% presentaban de 9 a 12 años de escolaridad.. fonéticamente Los destilados fueron la bebida principal y más prevalente en la noche. Cerca de 156 (18,96% mujeres requirieron hospitalización. La evasión hospitalaria se observó en el 8,5% de los casos. Se concluye que la población femenina representa un subgrupo de la población susceptible al abuso del alcohol y, con el perfil descrito en este estudio, fue posible describir las áreas de impacto en la salud de la mujer, posibilitando la implementación de medidas preventivas para disminuir el

  2. Mulheres rurais: tecendo novas relações e reconhecendo direitos Rural women: establishment of new relations and recognition of rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celecina de Maria Veras Sales

    2007-08-01

    Full Text Available A presença das mulheres rurais na produção agrícola familiar é um fato. Mesmo na invisibilidade, não se pode negar que elas estão ocupando terras, plantando, colhendo, e cultivando o desejo de ter uma terra livre e usufruí-la com seu trabalho. Presentes na casa, no quintal, na roça e na luta pela terra, as mulheres tiveram ainda de lutar pelo direito de serem reconhecidas como trabalhadoras. A emergência das mulheres rurais nos movimentos sociais proporcionou seu aparecimento como sujeito político, rompendo sua invisibilidade como trabalhadora. Nesse aprendizado e experimentação as mulheres rurais criaram seu próprio movimento, consolidado na década de 1980. Desde então realizam encontros nacionais, marchas e campanhas, criaram coletivos de mulheres e conquistaram direitos. Os Coletivos de Mulheres estão vinculados à Federação de Trabalhadores da Agricultura do Ceará (FETRAE - CE ou ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST e constituem espaços importantes de ressignificação das atividades produtivas das mulheres.Women are effectively engaged in family agricultural production. In spite of certain invisibility, women are occupying fields, planting and harvesting. At the same time, they are longing for a free land where they can work. They have always been active at home, in the backyards, in the small subsistence farms and now they are struggling to being recognized as rural workers. The involvement of rural women in social movements has conferred on them the status of political beings and as a result they are not invisible any longer. In the process of active experimentation and learning they founded their own social movement that has become well established since the 1980 decade. Since then, they have organized national meetings, campaigns and created organizations called "Women Collectives." These organizations are connected to either the Federation of Agricultural Workers in Ceará (FETRAECE - CE or to the

  3. Crédito pecuário a mulheres de Moçambique: dinâmicas sociais de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Henrique Cândido

    2010-11-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo foi conhecer e compreender os fatores que influenciaram as mulheres rurais do Posto Administrativo de Changalane, ao Sul de Maputo – Moçambique, a optarem pelo crédito pecuário e o significado social do novo papel socioeconômico por elas assumido na Comunidade sob influência da Associação Moçambicana para o Desenvolvimento da Mulher Rural (AMRU. Sustenta-se no gênero como categoria analítica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa na perspectiva investigativa exploratória. Centra-se na constituição das mulheres rurais como beneficiárias do crédito pecuário. Essa nova atividade despertou a comunidade para novas formas de produção e relacionamento sociofamiliar, possibilitando o estabelecimento de novas e mais igualitárias relações entre os sexos. Foram identificadas mudanças nas relações sociais e familiares nas unidades produtivas na Comunidade, decorrentes dessa nova modalidade de crédito às mulheres. A estrutura de relações sociais e de gênero foi questionada, favorecida pela estratégia de Educação Cívica e capacitação socioprofissional proposta pela AMRU. Identificou-se a inclusão da mulher, até então “invisível”, como um segmento importante na produção de riquezas, assim como no espaço da cidadania, na direção da justiça social e promoção da igualdade entre os sexos. Discute-se as repercussões dessa atividade na dinâmica das relações matrimoniais que influenciaram a valorização e autoestima das mulheres no plano econômico e social e que culminaram com a aquisição de prestígio social. Mudanças vislumbradas na dinâmica familiar, a partir de elementos materiais e simbólicos, compõem, atualmente, a vida dessas mulheres. Salienta-se, também, a relevância da “nova identidade” proporcionada e geradora de novas práticas sociais na conformação do rural e da Agricultura Familiar dentro dessa Comunidade.

  4. Brasil Mulher e Nós Mulheres: Origins of the Feminist Press in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina de Santa Cruz Leite

    2003-01-01

    Full Text Available This article presents some reflections about the feminist alternative press that appeared in the state of São Paulo, Brazil, in the second half of the 70’s. The press was a space for expression of a special breed of politics that was closely linked to the awakening of women to feminist ideas in the period after the armed struggle against the Brazilian dictatorship. The journals Brasil Mulher and Nós Mulheres portray, in their articles and editorials, the fight for amnesty, for day nurseries, for democratic freedoms – all symbols of opposition against the regime in the era of military dictatorship. In addition they report on specific matters, such as, domestic violence, women’s working-conditions, reproductive rights, abortion and sexuality. From the point of view of the popular movement and the women’s organizations, the alternative press of women is without any doubt an important source, and still under-explored, for understanding the period considered.

  5. A mulher que alimenta: representações e sociabilidade no universo cultural das Minas setecentistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Aparecida Vítor

    2010-07-01

    Full Text Available RESUMO:Este trabalho tem por objetivo contribuir para o estudo da história da mulher africana e suas descendentes em Minas Gerais no século XVIII, por meio da análise dos hábitos alimentares, identificando suas diversas formas de representação e sociabilidade no universo cultural alimentar da América Portuguesa. O objetivo, além de conhecer e compreender o cotidiano da cultura alimentar dessas mulheres é também buscar afirmar uma identidade em que elas possam ser vistas enquanto preservadoras das suas tradições de origem, ressaltando desta forma, seus aspectos étnico-culturais. Para tal, propõe-se estudá-las por um dos meios pelo qual elas mais atuaram em Minas Gerais, o da alimentação. Estabeleceram-se enquanto verdadeiras protagonistas em meio a uma sociedade patriarcalista atuando tanto no comércio fixo quanto no ambulante. Trilhar os caminhos desse universo é mergulhar num contexto híbrido e encontrá-las como agentes sociais que quebraram paradigmas e reinventaram valores e costumes na cultura afro-brasileira.PALAVRAS-CHAVES: Mulher, alimentação, cultura, África, colônia, comércioABSTRACT: This work aims to contribute to the study of the history of African women and their descendants in Minas Gerais in the eighteenth century, through the analysis of eating habits, identifying various forms of representation and sociability in the food culture of Portuguese America universe. The goal, in addition to knowing and understanding the daily life of these women food culture is also seeking to assert an identity that they can be seen while preserving their original traditions, highlighting thus their ethnic and cultural aspects. To this end, it is proposed to study them by one of the means by which they acted more in Minas Gerais, the food. They settled as real protagonists in the midst of a patriarchal society acting both in the fixed trade as in walking. Walk the paths of this universe is to dive in a hybrid context and

  6. Mulher: A Quebra do Paradigma da Função Reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubia Elza Martins de Sousa

    2012-03-01

    Full Text Available Diante das mudanças ocorridas, busca-se uma nova configuração do espaço rural, procurando diversificar os produtos e as atividades agrícolas e não-agrícolas, visto que ambas se configuram capazes de promover a inserção dos produtores rurais nas atividades desenvolvidas. Entretanto surge a necessidade de buscar alternativas para complementação da renda, uma vez que a baixa produtividade e a falta de organização faz a produção insuficiente para manter as famílias no campo. É neste contexto que surgem as atividades pluriativas, com o objetivo de dar suporte financeiro às famílias, no que tange a ser um elemento suplementar a renda familiar, gerando assim a melhoria da qualidade de vida e fixando essas famílias no campo. Neste sentido nota-se a importância de analisar o papel das mulheres frente ao desenvolvimento de atividades pluriativas no campo, pois atualmente percebe-se uma modificação do papel feminino dentro do contexto familiar rural, visto que essas eram percebidas apenas com papel reprodutivo, papel esse que era desempenhado apenas no âmbito doméstico e que se relaciona em síntese aos afazeres domésticos e ao cuidado com os filhos, enquanto que aos homens cabe o papel produtivo por estarem diretamente ligados ao desenvolvimento da agricultura e pecuária, atividades estas que geram renda monetária; mas atualmente esse fato tem sofrido modificações, pois as mulheres rurais estão cada vez mais inseridas no mercado de trabalho por meio do desenvolvimento de atividades pluriativas, sendo assim é gerada renda complementar a família através do trabalho feminino, de forma que a mulher passa a ter além do papel reprodutivo o papel produtivo pelo fato de gerar renda por meio de seu desempenho no desenvolvimento de atividades de cunho não-agrícola.

  7. Mulheres com Aids: desvendando histórias de risco Women with AIDS: disclosing risk stories

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Legay Vermelho

    1999-04-01

    Full Text Available Esta pesquisa procurou conhecer o perfil social e cultural relacionado a risco de infecção pelo HIV em mulheres, descrevendo algumas variáveis epidemiológicas e revelando relatos de risco, o significado de sua vivência com AIDS e assistência recebida. Através de um questionário semi-estruturado, entrevistou-se 25 mulheres internadas no Hospital Universitário da UFRJ, no período anterior à disponibilização das drogas combinadas. A maioria referiu baixa escolaridade, ocupações de baixa qualificação ou eram donas de casa, sendo sua renda familiar, em alguns casos, pior que a média dos usuários deste hospital. A representação predominante sobre risco associava a Aids a uma "doença do outro" e DSTs eram percebidas como infecções masculinas, embora várias relatassem episódios destas, anteriormente ao HIV. Elas tiveram seu diagnóstico/tratamento só após o adoecimento ou morte do companheiro e ou filho. O estudo sugere estratégias preventivas que, prioritariamente, reforçam o poder de negociação sexual destas mulheres silenciosas e atuam sobre os homens, como participantes potencialmente ativos nos programas de saúde reprodutiva, os quais incorporam a questão DST/AIDS.This study approaches the social and cultural profile concerning risk for HIV infection in women, describing some epidemiological variables and disclosing reports of risk situations, the meaning of living with AIDS, and support received. A semi-structured questionnaire was used to interview 25 women from the University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro, prior to the availability of multi-drug treatment. The majority reported limited schooling, were housewives or engaged in under-skilled occupations, and had family incomes lower than average for users of this public teaching hospital. The view of AIDS as "someone else's disease" was prevalent, and STDs were perceived as male infections, although several women reported episodes of STDs

  8. O dogma da formalidade visível e inoperante ante a constatação necessária de medidas reais ao combate da violência contra a mulher: Lei Maria da Penha (da igualdade formal à igualdade real-material

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denigelson da Rosa Ismael

    2010-12-01

    Full Text Available A violência contra a mulher no Brasil é um mal que atravessa os séculos. Está enraizada em uma retrógrada imagem em que a mulher era fantoche do homem, e, mesmo com a Declaração dos Direitos Humanos, o advento da Constituição Federal de 1988 e com tantos Tratados e Convenções Internacionais ratificados pelo Brasil, o quadro continua inerte. No intuito de inibir a violência afetiva, familiar e doméstica contra a mulher, foi promulgada, em 2006, a Lei Maria da Penha, caracterizada, principalmente, pela sua dúplice função proteção/coibição. Todavia, como se trata de uma lei amparada em uma ação afirmativa que impõe medidas de diferenciação, muito se tem discutido a respeito de sua constitucionalidade. Portanto, o presente estudo propõe-se a construir uma reflexão, analisando os mecanismos de proteção à mulher inseridos no corpo da Lei Maria da Penha, como institutos reais de combate ao dogma da igualdade formal visível (existente e inoperante, possibilitando alcançar à mulher um esboço da igualdade real-material. Palavras-chave: Violência contra mulher. Lei Maria da Penha. Igualdade formal. Igualdade real-material. Constitucionalidade.

  9. Prevalencia de infeccion por Neisseria Gonorrhoeae en trabajadoras sexuales atendidas en el Centro de Salud Antivenereo de Lima, 1995

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José L Portilla C

    1997-01-01

    Full Text Available Entre Junio a Diciembre del año 1995, se estudiaron a 233 trabajadoras sexuales legales con control sanitario y 171 trabajadoras sexuales clandestinas que evaden dicho control sanitario, quienes fueron atendidas en el Centro de Salud Antivenéreo de Lima con la finalidad de investigar la frecuencia de las infecciones gonocócicas en estos grupos de población y detectar cepas de Neisseria gonorrhoeae productoras de beta-lactamasa. Se encontró diferencia significativa (p=0,014 entre las frecuencias de aislamiento del gonococo procedente de las trabajadores sexuales legales, 1,72% (4/233, en comparación con lo encontrado en las clandestinas, 7,02% (12/171. Del total de las cepas aisladas de N. gonorrhoeae, el 37,5% (6/16 resultaron ser productoras de beta-lactamasa.

  10. Notas de reflexão em torno da escrita das mulheres, antes do século XX, na literatura portuguesa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Mario da Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Este trabalho pretende demonstrar, de maneira bem sucinta, que a história da literatura, pelo menos no que concerne à literatura portuguesa, é fortemente demarcada pelo conceito masculino de autoria, de tal forma que quase omite a produção literária feminina, sendo esta restrita, adicionalmente, a produções anteriores ao século XX. Tendo em vista esses aspectos iremos demonstrar, através de alguns pontos de reflexão, como essa ideia está sedimentada de tal forma que, entre leigos e especialistas, não se consegue crer que existam produções significativas de mulheres, no contexto português, antes da era vicentista.

  11. A CULPA É DA MULHER: O Anticristo, de Lars von Trier

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Nunes Silva

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO O Anticristo, filme de Lars von Trier, lançado em 2009, mostra o desespero de um casal ao perder seu único filho. Extremamente polêmico e repleto de referências bíblicas - a começar pelo título -, é um filme que choca pelo incessante desespero de uma mãe em luto que parece carregar o peso do mundo em sua condição de mulher. A proposta deste artigo é fazer uma análise deste filme iluminando a culpa cristã historicamente atribuída à mulher e seus desdobramentos imediatos, como o feminicídio.   PALAVRAS-CHAVE: Análise Fílmica; Cristianismo; Feminicídio; O Anticristo.   ABSTRACT Antichrist, film of Lars von Trier, released on 2009, shows the the despair of a couple to lose their only son. Extremely controversial and fraught with biblical references - beginning with the title -, it’s a film that shocked the unyielding despair a bereaved mother that seems to carry the weight of the world on his wife's condition. The purpose of this paper is to analyze of this film illuminating the christian guilt historically attributed to the woman and their immediate consequences, like the feminicide.   KEYWORDS: Filmic Analysis; Christianity; Feminicide; Antichrist.     RESUMEN Anticristo, pelicula de Lars von Trier, lanzada em 2009, muestra el desespero de una pareja cuando pierde su único hijo. Extremadamente polémica y llena de referencias bíblicas - empezando con el título -, es una película que sorprende al inquebrantable desesperación de una madre em luto que parece cargar el peso del mundo por ser mujer. El objetivo de este artículo es analizar esta película iluminando la culpa cristiana históricamente asignada a las mujeres y sus consecuencias inmediatas, como el feminicidio.   PALABRAS CLAVE: Análisis fílmica; Cristianismo; Feminicidio; Anticristo.

  12. Equipes gerenciadas por mulheres: representações sociais sobre gerenciamento feminino Women managers' teams: social representations about feminine management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Maria Fontenele Mourão

    2008-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo apreender a maneira como as equipes que têm uma mulher como gerente estão construindo representações sociais sobre este gerenciar. Participaram 74 mulheres e 72 homens de equipes que trabalham com sete mulheres que atingiram o topo de carreira, ocupando cargos administrativos nos níveis DAS 5 e DAS 6 da Administração Pública Federal. Utilizou-se a associação livre de palavras, sendo as respostas analisadas pelo software EVOC. Os resultados indicam que os participantes identificam algumas características que as equipes atribuem ao gerenciamento feminino. Apontam para uma forma de gestão voltada para as relações pessoais, respeito pela pessoa, preocupação com a qualidade do trabalho. Um gerenciamento cujo estilo interativo se caracterizaria pela capacidade de promover a inclusão, característico das formas de redes planas de gestão.The aim of this study was to apprehend the way teams that have a woman as amanager are building the social representation about this management. The participants were 74 women and 72 men whose teams work with seven women who have reached the top of their careers in administrative positions of DAS 5 and DAS 6 levels of the Public Federal Administration. A free association test was applied and analyzed through the EVOC software. The results showed that the participants identified some characteristics on women management that were considered a feminine form of leadership: interpersonal relationship, respect for individuality, concern with the quality of work. This kind of management carries an interactive style that is characterized by the capacity to promote inclusion, which is a characteristic of flat management nets.

  13. Mulheres que sofrem violência doméstica: contribuições da psicanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Quadros de Lima

    2011-12-01

    Full Text Available Este estudo busca compreender a influência da história de vida na escolha conjugal de mulheres que sofrem violência doméstica e os fatores que levam à admissão e/ou tolerância da repetição de um comportamento inadmissível. Participaram 12 mulheres, maiores de 18 anos de diferentes raças e níveis socioeconômicos e de escolaridade que sofreram violência doméstica perpetrada pelo parceiro íntimo, localizadas em dois Centros de Referência às Vítimas de Violência de Porto Alegre. As participantes preencheram uma Ficha de dados pessoais e sociodemográficos e responderam a uma entrevista semiestruturada. As entrevistas foram analisadas e categorizadas através da técnica de análise de conteúdo, e para a interpretação dos dados lançou-se mão da teoria psicanalítica. Os aspectos abordados permitem compreender a violência doméstica como resultante de uma história de vida marcada por vivências traumáticas que move estas mulheres, através da compulsão à repetição, à realização de escolhas conjugais que propiciam um cenário violento.

  14. A Intersecção de Narrativas na Versão Hollywoodiana de O Beijo da Mulher Aranha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Reich Corseuil

    1997-10-01

    Full Text Available No filme hollywoodiano O Beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco, adaptação da obra homônima de Manuel Puig, a organização do discurso narrativo com elementos como temporalidade, focalização e voz -e suas recorrências no filme -levam a platéia a compreender um dos principais temasdofilme: ainter-relaçãoentreomundorealeficcional dos personagens. Este trabalho analisa, nofilme de Babenco, o entrelaçamento de diferentes narrativas: o discurso linear e histórico de Valentin é seccionado pelo relato de Molina, de velhosfilmes, onde imagens de suas vidas e de seus desejos se conjugam.

  15. Imigração da Mulher Latina no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela Moreira Nascimento

    2017-06-01

    Full Text Available O presente artigo traz, de forma modesta, algumas reflexões sobre a mulher imigrante latina no Brasil. Apresenta o fluxo migratório como um movimento de geração de diferenças e identidades que exige nova base teórica e empírica para ser compreendido. Dessa forma, procura compreender o fenômeno da migração em outra base teórico-metodológica permitindo-nos investigar a condição da mulher imigrante no contexto social brasileiro como sujeito ativo, contrariando o estereótipo da mulher migrante como dependente e passiva.

  16. Significado da capacitação profissional para o cuidado da mulher vítima de violência conjugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadirlene Pereira Gomes

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivou-se compreender os significados atribuídos por profissionais que atuam na estratégia de saúde da família sobre a capacitação profissional para o cuidado à mulher em situação de violência conjugal. MÉTODOS: Estudo qualitativo baseado na Teoria Fundamentada nos Dados. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa em 14/05/201. Foram entrevistados 52 profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família, entre eles, técnicos, enfermeiros, médicos e coordenadores da unidade, no período de maio e agosto de 2012. A análise respaldou-se na codificação aberta, axial e seletiva. RESULTADOS: A dificuldade de reconhecer o agravo à mulher e os encaminhamentos ao sistema de referência e contrarreferência constituem os principais desafios para o enfrentamento da problemática. Os profissionais propõem a capacitação enquanto estratégica para garantia do cuidado. CONCLUSÃO: O estudo oferece subsídios para a gestão do cuidado à mulher, sobretudo no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

  17. Alimentação e codificação social. Mulheres, cozinha e estatuto Food and social codification. Women, cuisine and status

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Perez

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo tem como base um trabalho etnográfico de longa duração realizado na Índia rural (Gujarate com um grupo de mulheres Dalit (termo pelo qual são designados os "antigos" intocáveis da Índia e, por extensão, mulheres de outros grupos sociais. Pretendo analisar a forma como a produção, distribuição e confecção de alimentos funcionam simultaneamente como formas de segregação feminina e de afirmação de poder por parte das mulheres, sobretudo em situações ligadas à fecundidade.This article is grounded on a long-term fieldwork carried out in rural India (Gujarat with a group of Dalit women (the term for which are designated the "old" untouchables of India and, by extension, with women from other social groups. I intend to analyze how food production, distribution, and cooking operate both as a form of segregation and of women's assertion of power, particularly in situations related to fertility.

  18. Mulheres enfrentando as violências: a voz dos operadores sociais Women facing violence: the voice of social workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Dewes Presser

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo tem o objetivo de esclarecer a rota crítica de mulheres do município de São Leopoldo no enfrentamento da violência, por meio da análise das práticas discursivas de um grupo de trabalhadores de instituições sociais. Realizou-se uma seleção intencional de instituições dos setores saúde, educação, policial, jurídico-legal e comunitário e foram entrevistados dois representantes de cada setor. A partir das práticas discursivas dos operadores, percebemos que a violência praticada contra as mulheres é um problema de elevada frequência e baixa resolubilidade institucional. No processo da rota crítica - o caminho percorrido pelas mulheres para romper com a violência - muitas não recebem o acolhimento nos serviços. Apesar da criação do Centro de Referência para Mulheres, ainda há muito a ser feito para efetivar as políticas públicas. Os depoimentos dos trabalhadores sociais foram enunciados a partir da posição institucional que ocupam, e, nesses discursos, eles minimizaram os pedidos de ajuda das mulheres, culpabilizando-as. Os operadores ligados às organizações comunitárias foram os mais solidários e compreensivos. Os resultados da pesquisa mostram que não há uma única rota ou itinerário ideal; pelo contrário, a rota percorrida pelas mulheres é longa, dolorosa e nem sempre eficiente. Nem todas as rotas empreendidas pelas mulheres em São Leopoldo puderam ser conhecidas, porém o fato de outros serviços estarem sendo disponibilizados na cidade, certamente possibilitará o traçado de outros caminhos.This article investigates the critical path followed by women facing violence in the city of São Leopoldo through the analysis of discursive practices of a group of workers from social institutions. An intentional selection of institutions was carried out, including the following areas: health, education, police force, law and community. Two representatives of each sector were interviewed. Based on the

  19. MULHERES BUDISTAS COMO LÍDERES E PROFESSORAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita M. Gross

    2005-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000200015 No budismo, o papel do professor de dharma (religioso é a função mais prestigiosa, e o professor de dharma tem mais autoridade do que qualquer outro líder. Apesar de os ensinamentos budistas não conterem nenhuma doutrina que limite essa função ao homem, na prática, em toda a história budista, foram pouquíssimas as mulheres que se tornaram conhecidas como professoras de dharma. Algumas pessoas acham que essas práticas não prejudicam as mulheres, porque estas podem, ainda assim, receber os ensinamentos, fazer as práticas mais avançadas e obter altos níveis de esclarecimento espiritual. Contudo, eu afirmo que o fato de não haver professoras de dharma reconhecidas foi nocivo seja para as mulheres budistas, seja para o próprio budismo. Isso tem a ver com o legado das comunidades de monjas em muitas partes do mundo budista, com os baixos padrões de educação para as mulheres, com o fraco prestígio de que gozam as praticantes mulheres, com a falta de modelos para as mulheres e com a perda da sabedoria feminina na herança do pensamento budista. Até que as professoras de dharma não forem amplamente reconhecidas e honradas, o budismo continuará sendo perseguido por seu passado patriarcal, com o prejuízo de todos.

  20. Curto-Circuito, Falta de Linha ou na Linha? Redes de Enfrentamento à Violência Contra Mulheres em São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília MacDowell Santos

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo examina as abordagens das/os agentes do Estado sobre violência doméstica e os fatores que condicionam a aplicação da Lei Maria da Penha no que se refere às diretivas para a constituição e expansão de serviços criminais e não criminais a serem integrados em uma “Rede de Enfrentamento à Violência contra Mulheres”. Com base em uma pesquisa de campo realizada na cidade de São Paulo entre 2012 e 2014, o artigo mostra que, além das delegacias da mulher criadas nos anos 1980 e 1990, surgiram, na última década, novos serviços não criminais nas periferias da cidade, contribuindo para a expansão da Rede. No entanto, há várias redes, não apenas uma, as quais ora se cruzam e se alinham numa mesma abordagem sobre violência, ora se acham em conflito, ora funcionam em paralelo. As/os agentes do Estado abraçam diversas abordagens sobre violência doméstica contra mulheres, que variam entre uma perspectiva familista e perspectivas de gênero, feminista e interseccional de gênero, raça e classe social. Esta diversidade ilustra a heterogeneidade da cultura jurídicopolítica do Estado em relação aos direitos das mulheres, um Estado que caracterizo como “bipolar”, regulado, por um lado, pelo regime de gênero/mulher nas políticas para mulheres, e, por outro lado, pelo regime de família na assistência social e na segurança pública. Além do contexto político, três fatores contribuem para a heterogeneidade do Estado: o vínculo institucional dos serviços; o tipo de formação das/os agentes do Estado; a história dos serviços e suas relações com a comunidade local e com os movimentos sociais.

  1. Estereótipos e mulheres na cultura marroquina

    OpenAIRE

    Sadiqi,Fatima

    2008-01-01

    Estereótipos sobre as mulheres no Marrocos podem ser caracterizados como crenças culturais incompletas e inexatas mantidas por algumas pessoas e que se encontram inscritos em expressões lingüísticas ou em discursos subliminares. A cultura popular marroquina emprega representações poderosas para transmitir e sustentar tais estereótipos. Embora existam alguns estereótipos positivos, a maioria dos estereótipos sobre as mulheres no Marrocos é negativa e reflete ditames patriarcais subliminares qu...

  2. Narrativas sobre conjugalidade de mulheres que se relacionam com crossdressers

    OpenAIRE

    Vencato, Anna Paula

    2017-01-01

    Resumo: Este texto discute dados coletados em pesquisa com mulheres que se identificam como “esposas” ou “S/O’s” de homens que “praticam crossdressing”. É, também, um desdobramento de minha tese de Doutorado, sobre como homens que se identificam como crossdressers negociam esta prática em suas vidas cotidianas. A pesquisa parte de uma etnografia e é complementada por entrevistas semiestruturadas com estas mulheres. Busca-se compreender como elas lidam com as tensões relativas às convenções so...

  3. Deficiência e BPC: o que muda na vida das pessoas atendidas? Deficiency and BPC: what changes in the lives of people assisted?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wederson Rufino dos Santos

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar o impacto de bem-estar provocado na vida das pessoas deficientes após o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC. O BPC é um benefício da assistência social e consiste na transferência incondicional e mensal de renda, equivalente a um salário mínimo, destinado também às pessoas pobres idosas acima de 65 anos. A metodologia do estudo teve técnicas qualitativas e quantitativas de coleta e análise de dados. Foram realizadas entrevistas orientadas por um questionário semi-estruturado com trinta pessoas com deficiência atendidas pelo BPC. Os principais resultados. Os principais resultados da pesquisa mostraram que: (1 o BPC se configura como mecanismo de segurança de renda, proporcionando consumo de bens básicos de alimentação, tratamentos de saúde e gastos com moradia dos deficientes e suas famílias; (2 as pessoas deficientes relacionaram a concessão do benefício com o aumento da independência social e financeira delas em relação as suas famílias, contribuindo para a ampliação das noções de autonomia e cidadania; (3 o BPC é um instrumento capaz de proteger os beneficiados e suas famílias da situação de vulnerabilidade social resultante da pobreza ou desemprego, muito embora as mães das crianças deficientes saiam do mercado de trabalho para exercer o cuidado diário dos filhos e não recebam nenhum tipo de proteção social por parte do Estado.The aim of this article is to analyze the impact of well-being provoked in the life of the disabled people after the Cash Benefit to Disabled People (BPC. The BPC is a social assistance benefit consisting in an unconditional and monthly transference of the equivalent of a minimum wage, to poor people with deficiency and elders with more than 65 years. The methodology used was a case study with qualitative and quantitative techniques of data collection and analysis. BPC performed interviews guided by a semi

  4. Falhas na identificação da infecção pelo HIV durante a gravidez em São Paulo, SP, 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HHS Marques

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O aumento de casos de Aids em mulheres no Estado de São Paulo desencadeou uma série de medidas para reduzir a transmissão materno-infantil do HIV. Assim, realizou-se estudo com o objetivo de avaliar falhas na implantação dessas medidas, do ponto de vista da cobertura e da qualidade do pré-natal, em serviços de referência que atendem mulheres soropositivas no Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas, por meio de questionário estruturado, todas as mulheres soropositivas de três cidades do Estado de São Paulo (São Paulo, Santos e São José do Rio Preto. Todas as mulheres possuíam no mínimo 18 anos de idade, tiveram filhos em 1998 e fizeram consulta com infectologista (ela mesma ou seu filho. As mulheres foram avaliadas quanto à realização do pré-natal e ao conhecimento da soropositividade para o HIV antes, durante ou após a gestação. RESULTADOS: Do total de 116 mulheres, 109 (94% fizeram pré-natal, 64% procuraram os serviços durante o primeiro trimestre, e o número de consultas foi de pelo menos três em 80% dos casos. A idade média das mulheres que fizeram pré-natal foi de 29,1 anos, estatisticamente maior do que a das mulheres que não o fizeram (24,3 anos. Sabiam ser soropositivas antes de engravidar 45% das mulheres, 38% souberam durante a gravidez, e 17%, após o nascimento da criança. O teste para o HIV foi oferecido para 82% das mulheres que não conheciam seu status sorológico. Destas, apenas 56% receberam explicação sobre a importância do teste. As unidades básicas de saúde (UBS foram os locais onde a informação menos ajudou a conhecer o risco para a criança (p=0,037 e a necessidade de tratamento (p=0,0142. CONCLUSÕES: As principais falhas identificadas foram o não-oferecimento do teste HIV durante a gestação e a inadequada qualidade da informação. O principal local de atendimento para essas pessoas são as UBS. Estas foram as que menos contribuíram para a compreensão dos

  5. Adolescentes e crack: pelo caminho das pedras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Tomm

    2013-12-01

    Full Text Available Nos últimos anos, a sociedade tem observado uma rápida expansão no uso de crack, especialmente por adolescentes e jovens. É evidente a necessidade de ouvir esses sujeitos de para melhor compreender sua situação. Para atender a essa necessidade, desenvolvemos uma pesquisa qualitativa descritivo-exploratória cujo foco foi um grupo terapêutico para adolescentes usuários de crack que ocorreu no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul, Brasil. Amparados na modalidade expost-facto, analisamos documentos produzidos nessa instituição. O resultado foi uma cartografia que acompanhou discursivamente os adolescentes pelo "caminho das pedras": os lugares, tratamentos, pessoas, ideias e momentos dos quais falam.

  6. Perfil epidemiológico e genotípico da infecção pelo vírus da hepatite B no Norte de Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Mota

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVO: Descrever o perfil epidemiológico e genotípico da infecção crônica pelo vírus da hepatite B na Região Norte de Portugal. MÉTODOS: Foram incluídos 358 indivíduos oriundos das consultas de especialidade que apresentavam resultados positivos para o antígeno da hepatite B durante pelo menos seis meses em dois hospitais do Norte de Portugal em 2008 e 2009. Os dados foram obtidos a partir dos processos clínicos, determinações laboratoriais feitas quando da genotipagem do vírus, ecografia e/ou ultra-sonografia e biópsia hepática. As características demográficas, marcadores víricos, carga viral e genótipos, e severidade da doença hepática foram avaliadas e comparadas entre sexos. RESULTADOS: Os genótipos A e D predominaram. A transmissão intrafamiliar ocorreu predominantemente nas mulheres. Um terço das mulheres apresentava ingestão alcoólica superior a 20 g/dia, aumentando para 58,9% nos homens. A ausência do AgHBe foi semelhante nos dois sexos (p = 0,662. Os parâmetros bioquímicos em geral apresentaram-se com valores mais altos nos homens, assim como nos estágios necro-inflamatório e de esteatose hepática (p = 0,003. CONCLUSÕES: As diferenças relativas às vias de transmissão da infecção pelo vírus da hepatite B entre homens e mulheres podem ser conseqüência de comportamentos de risco associadas ao género. A ingestão excessiva de álcool é predominante nos indivíduos do sexo masculino, assim como maior severidade da doença hepática em relação às mulheres.

  7. Prevalência e fatores sociodemográficos associados à fragilidade em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Costa Souto Duarte

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo transversal, que objetivou de estimar a prevalência de fragilidade em mulheres idosas, residentes no município de João Pessoa, Paraíba, Brasil; e identificar possíveis associações entre a fragilidade e as variáveis sociodemográficas. A amostra foi composta por 166 idosas, entrevistadas nos domicílios, entre abril e junho de 2011. Para a coleta dos dados, utilizou-se instrumento estruturado com questões relativas às variáveis sociodemográficas e à Edmonton Frail Scale. A análise descritiva dos dados, realizada pelo programa SPSS 15.0, mostrou que a maioria das idosas (60,8% evidenciava algum grau de fragilidade. Entre elas, 21,7% eram aparentemente vulneráveis, 23,5%, com fragilidade leve, 7,8%, moderada, e 7,8%, e grave. Verificou-se associação do fenômeno com idade, escolaridade e renda, condições sobre as quais os enfermeiros devem atuar com vistas à prevenção do evento.

  8. A trajetória de vida das mulheres judias, sobreviventes do Holocausto: relatos orais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Ferreira Souza

    2013-03-01

    Full Text Available A partir do registro dos relatos orais sobre o Holocausto, pretendemos analisar testemunhos que expressem as trajetórias das mulheres sobreviventes do nazismo. Como critério, optamos pelas narrativas daquelas que passaram por guetos, campos de concentração e/ ou trabalho forçados. O foco está nas histórias de vida daquelas que escolheram o Brasil como comunidade de destino pressionadas pela política antissemita endossada pelo Terceiro Reich e países colaboracionistas que previam a “Solução Final” para o povo judeu. Assim, os registros dos testemunhos têm como objetivo documentar essas narrativas redimensionadas à luz de documentos pessoais. Para nós – intermediários e interlocutores – esse exercício de reflexão ajudará a (repensar a sociedade que, ainda hoje, convive com novos genocídios.

  9. Anxiety disorders in women: does gender matter to treatment? Transtornos de ansiedade em mulheres: gênero influencia o tratamento?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Kinrys

    2005-10-01

    Full Text Available Women have a substantially higher risk of developing lifetime anxiety disorders compared with men. In addition, research evidence has generally observed an increased symptom severity, chronic course, and functional impairment in women with anxiety disorders in comparison to men. However, the reasons for the increased risk in developing an anxiety disorder in women are still unknown and have yet to be adequately investigated. Evidence from various studies has suggested that genetic factors and female reproductive hormones may play important roles in the expression of these gender differences. The significant differences in onset and course of illness observed in men and women diagnosed with anxiety disorders warrants investigations into the need of differential treatment; however, evidence of gender differences in treatment response to different anxiety disorders are varying and remain largely inconclusive. This article reviews the prevalence, epidemiology, and phenomenology of the major anxiety disorders in women, as well as the implications of such differences for treatment.Mulheres apresentam um risco significativamente maior comparado com o dos homens para o desenvolvimento de transtornos de ansiedade ao longo da vida. Além disso, diversos estudos sugerem maior gravidade de sintomas, maior cronicidade e maior prejuízo funcional dos transtornos de ansiedade entre as mulheres. Apesar disso, os motivos que levam a este aumento de risco no sexo feminino são ainda desconhecidos e precisam ser adequadamente investigados. Vários estudos apresentam evidências de que, entre as prováveis causas dessa diferença entre os sexos, estão os fatores genéticos e a influência exercida pelos hormônios sexuais femininos. As diferenças de gênero encontradas nos transtornos de ansiedade em relação ao início e à evolução da doença indicam que é necessário investigar a necessidade de tratamentos diferenciados para homens e mulheres. Entretanto

  10. Estresse ocupacional em mulheres policiais Occupational stress among female police officers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2013-03-01

    Full Text Available Aborda-se o estresse ocupacional em mulheres policiais militares do Rio de Janeiro. Parte-se de uma abordagem qualitativa (entrevistas, grupos focais e observação das percepções dessas mulheres sobre diferenças de gênero no trabalho policial, relação entre estresse ocupacional e problemas de saúde e estratégias para amenizar o estresse. Participaram 42 mulheres: oficiais e praças, profissionais operacionais e de saúde. Os resultados revelam que as policiais relacionam o cotidiano do trabalho ao estresse, citam diversos sintomas e mostram como o relacionamento familiar é afetado. Seu estresse tem origem basicamente na questão organizacional e gerencial do trabalho. Discriminação de gênero e assédio são percebidos como importantes fatores estressantes. O sofrimento psíquico aparece mais fortemente entre as oficiais com cargos de chefia; e as atividades operacionais são percebidas como mais estressantes pelo risco que oferecem. O exercício físico é a estratégia considerada mais eficaz para prevenir as consequências do estresse. Conclui-se que, embora as mulheres estejam presentes na PM há muitos anos, a organização e o gerenciamento praticamente continuam sob a ótica masculina e são necessários investimentos em ações preventivas do estresse sob a perspectiva de gênero.The scope of this study is occupational stress among female police officers in Rio de Janeiro. A qualitative approach was initially used (interviews, focal groups and observations to establish their perceptions regarding gender differences in the performance of police work, the relationship between occupational stress and health issues and the strategies used to mitigate this type of stress. A total of 42 participants including female officers and staff and operational and health professionals were involved. The participants link stress to their daily work, cite a number of symptoms and show how family relationships are affected. Stress originates

  11. Estresse em mulheres com Diabetes mellitus tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cristina Lessmann

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi investigar a relação entre estresse e Diabetes Mellitus Tipo 2 em mulheres. MÉTODO: Estudo transversal prospectivo, desenvolvido com 147 mulheres, utilizando a Escala de Estresse Percebido (PSS. RESULTADOS: Houve associação entre as variáveis testadas, sendo possível inferir que as mulheres com estresse elevado são as que vivenciaram sofrimento e apresentam controle glicêmico alterado, ou seja, com valores superiores a 180 mg/dL. A maioria relatou sofrimento decorrente de problemas nas relações interpessoais, óbito, doença de familiares e solidão. CONCLUSÃO: Mulheres com DM2 que convivem com estresse e/ou sofrimento constituem grupo vulnerável ao desenvolvimento de agravos à saúde demandando aos serviços de saúde o desenvolvimento de estratégias que modifiquem esta situação.

  12. A delegacia da mulher perante as normas e leis para o enfrentamento da violência contra a mulher: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lídio de Souza

    2014-06-01

    Full Text Available Este estudo analisa o funcionamento de uma Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam na cidade de Vitória (ES, considerando sua equipe de funcionários e infraestrutura. Os dados foram obtidos por meio de observações de campo e entrevistas individuais com os 14 funcionários da delegacia, analisados com base na "Norma Técnica de Padronização das Deams" e nas informações do relatório "Observe - Sobre as condições para aplicação da Lei nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha nas Deams". Houve coesão entre as respostas dos participantes, que destacaram: prejuízo em suas atividades decorrente da falta de funcionários; bom relacionamento entre os membros da equipe; e demanda por treinamento dos profissionais e por equipe psicossocial na Deam. Sobre a delegacia, foram feitas críticas à precariedade da estrutura física do prédio e dos equipamentos (viaturas, computadores, bem como à falta de apoio da Polícia Civil à Deam. Destaca-se a necessidade de investimentos na infraestrutura, na ampliação e qualificação da equipe, bem como na concretização da tríade prevenção/assistência/repressão, usualmente ignorada pelo Estado e órgãos responsáveis.

  13. Rastreamento mamográfico do câncer em mulheres do sul do Rio Grande do Sul com intervenção de mamógrafo móvel

    OpenAIRE

    Renck, Décio Valente

    2013-01-01

    O objetivo foi avaliar um programa de prevenção e diagnóstico precoce de câncer de mama, realizado com uma unidade móvel de mamografia (mamomóvel) que visitou municípios da região sul do Rio Grande do Sul onde não havia um aparelho de mamografia disponível. Para melhor contextualizar as populações examinadas, as características das mulheres avaliadas pelo mamomóvel foram comparadas com as de mulheres encaminhadas para exame mamográfico na cidade de Pelotas. Com a unidade móv...

  14. Estado de saúde, prática de atividade física e composição corporal em mulheres com deficiência visual no climatério e pós-menopausa

    OpenAIRE

    Eloise Werle de Almeida

    2015-01-01

    Mulheres a partir dos quarenta anos, em geral, encontram-se no período do climatério, no qual ocorre uma série de alterações hormonais que podem resultar no ganho de tecido adiposo e gerar sintomas como as ondas de calor, sudorese excessiva, desordens psicológica, dentre outros. Com a melhora das condições de cuidados médicos, aumentou-se a expectativa de vida de pessoas com deficiência, assim como o número de mulheres com deficiência que passarão pelo climatério e menopausa. No entanto, aind...

  15. Avaliação da frequência do polimorfismo nos genes que codificam a lecitina ligadora da manose (MBL) e o antagonista do receptor da interleucina-1 (IL1-Ra) em mulheres portadoras de candidíase vulvovaginal recorrente

    OpenAIRE

    Maria Dulce Caoro Horie Wojitani

    2011-01-01

    A candidíase vulvovaginal corresponde a uma das mais frequentes infecções do trato reprodutivo. Estima-se que 75% das mulheres na idade reprodutiva experimentarão pelo menos um episódio de candidíase vulvovaginal durante suas vidas, a maioria evoluirá com episódios infrequentes, entretanto, 5% sofrerão recorrência, ou seja, quatro ou mais episódios de candidíase vulvovaginal comprovadas clínica e laboratorialmente no período de 1ano. Os mecanismos pelos quais as recorrências ocorrem ainda são...

  16. Estudo retrospectivo da casuística de curicacas (Theristicus caudatus recebidas pelo Projeto de Atendimento a Animais Selvagens do Planalto Catarinense no período de 2003-2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloisa C. Bach

    Full Text Available RESUMO: O presente trabalho descreve um estudo retrospectivo da casuística de Curicacas (Theristicus caudatus atendidas pelo Projeto de Atendimento Médico Veterinário a Animais Selvagens do Planalto Catarinense (CAV/UDESC nos anos de 2003-2014. Neste período foram atendidas 77 curicacas, todas de vida livre e do Planalto Catarinense. Constatou-se que 33.7% eram jovens, 16,8% adultas e 49,5% com idade indeterminada. Dessas, 22.1% eram machos, 14.3% fêmeas e os demais indefinidos. Em relação às afecções clínicas, 55.8% possuíam fr,tura óssea, 9,1% sinais neurológicos, 3,9% múltiplas lacerações na pele e músculos, 3,9% luxação em membro, 3,% hemorragia em cavidade oral, 2,6% ruptura de sacos aéreos, 2,6% dispneia, 2,6% diarreia e 1,3% peritonite. Em 20,8% dos casos apresentavam apenas sinais inespecíficos como desnutrição. Dos animais atendidos, 55,8% morreram; 28,6% foram eutanasiados; 5,2% tratados e encaminhados à sede do IBAMA ou CETAS; 2,6% realizou-se soltura e em 7,8% o destino não foi informado. Efetuou-se necropsia em 70,8%, sendo que em 82,6% dessas obteve-se o diagnóstico definitivo de traumatismo e em 2,2% o diagnóstico foi de peritonite secundária a perfuração de moela por corpo estranho metálico e 2,2% vieram a óbito por pneumonia causada por corpo estranho (projétil. A alta mortalidade das aves atendidas parece estar relacionada com a gravidade das lesões apresentadas e afecções secundárias aos traumatismos. A curicaca foi a espécie que apresentou o maior número de atendimentos pelo projeto durante o período descrito no estudo, demonstrando que o estudo da casuística dessa ave pode servir como indicador do risco a que outras espécies de aves da região estão sujeitas.

  17. Mulheres na liderança: discurso, ideologia e poder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicentina Ramires

    2017-11-01

    Full Text Available Dominação, força e autoridade são conceitos ainda circunscritos ao universo masculino, e isso pode ser constatado principalmente nas relações de trabalho, mesmo naquelas em que as mulheres exerçam funções de liderança. Esse quadro também se materializa na academia, onde os sujeitos estão, hipoteticamente, mais atentos às diferentes posições ideológicas e às formas como se manifestam, e, por conseguinte, mais ou menos a elas refratários. O objetivo geral deste estudo é demonstrar como hierarquias de poder no mundo do trabalho baseadas em diferenças de sexo são ideologicamente construídas, de maneira a reforçarem as formas dicotômicas de relações de gêneros e como as próprias mulheres, atuando em culturas androcêntricas, podem contribuir para perpetuar atitudes sexistas. Com base nos Estudos Críticos de Discursos, procuramos: a identificar os discursos que corroboram para construir ou desconstruir modelos de dominação nas relações de gênero; b observar em que formações discursivas esses modelos se impõem e c identificar em que medida procedimentos de discriminação são veiculados nos discursos proferidos pelas mulheres. Este estudo foi desenvolvido em duas instituições de ensino superior, analisando entrevistas e respostas aos questionários dirigidos a mulheres que ocupam posições de liderança. Observamos que, ao mesmo tempo que muitas mulheres reforçam a assimetria de gêneros existente entre posições de poder na sociedade, ao repetirem/confirmarem discursos, outras vão tomando consciência de seu espaço na sociedade e agem criticamente em defesa de direitos iguais entre homens e mulheres.

  18. Mulheres HIV positivas, reprodução e sexualidade Reproduction and sexuality in HIV-positive women, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naila JS Santos

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar questões relativas à sexualidade e à saúde reprodutiva de mulheres HIV-positivas, seu acesso às práticas de prevenção, sua aderência a tratamentos e a possibilidade de fazerem opções conscientes quanto à gravidez. MÉTODOS: Estudo exploratório realizado, em 1997, em um ambulatório de um centro de referência na área de doenças sexualmente transmissíveis e Aids localizado na cidade de São Paulo, Brasil. Foi estudada uma amostra consecutiva, não-probabilística, constituída de 148 mulheres HIV-positivas. Foram excluídas as menores de 18 anos e as fisicamente debilitadas. Os dados foram colhidos por meio de entrevistas estruturadas. Foram aplicados os testes de chi² e t-Student. RESULTADOS: A média de idade das mulheres pesquisadas foi de 32 anos, sendo que 92 (62,2% tinham até o primeiro grau de escolaridade, e 12,2% chegaram a cursar uma faculdade. A mediana do número de parceiros na vida foi quatro, e metade das entrevistadas manteve vida sexual ativa após infecção pelo HIV. Do total das mulheres, 76% tinham filhos, e 21% ainda pensavam em tê-los. Um maior número de filhos, maior número de filhos vivos e de filhos que moravam com as mães foram os fatores mais indicados como interferência negativa na intenção de ter filhos. Não foi encontrada associação entre pensar em ter filhos com as variáveis como percepção de risco, situação sorológica do parceiro, uso de contraceptivos e outras. Os métodos contraceptivos mudaram, sensivelmente, na vigência da infecção pelo HIV. CONCLUSÕES: A intenção de ter filhos não se alterou substancialmente nas mulheres em conseqüência da infecção pelo HIV. Mulheres HIV-positivas precisam ter seus direitos reprodutivos e sexuais discutidos e respeitados em todos os serviços de atenção à saúde. A adesão ao medicamento e ao sexo seguro são importantes, mas difíceis, requerendo aconselhamento e apoio. São necessários serviços que promovam

  19. Concepções de Violência Sexual e Direitos das Mulheres: do “Defloramento” ao “Estupro”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Vieira

    2012-09-01

    Full Text Available Este texto visa contextualizar dois momentos em torno da construção jurídica da violência sexual contra mulheres: 1 nos casos de crimes sexuais que chegavam no judiciário em inícios do século XX  --  os crimes contra a “honra das famílias”, e 2 no contexto do desenvolvimento do feminismo, a partir dos anos 1970. Estes dois momentos marcam a construção jurídica da violência sexual, ora pautada pelo predomínio do valor família, ora pelo reconhecimento dos direitos individuais das mulheres. Proponho a noção de “feminismo de direitos” como um conceito analítico quanto à interlocução entre movimento feminista e Direito, a partir da agenda política violência contra as mulheres, no contexto brasileiro.Palavras-chave:  Violência Sexual  –  Feminismo  –  Direitos  Humanos das MulheresABSTRACT:  This text aims to contextualize two moments around the legal construction of sexual violence against women: 1 in the cases of sexual crimes which arrived in court early in the twentieth century  -  crimes against "family  honor", and 2 in the context of the development of feminism starting in the 1970s. These two points mark the legal construction of sexual violence, at times guided by the predominance of family values, at others by the recognition of individual rights of  women. Finally, I propose the concept of "feminism of rights" for an analysis of interactions between the feminist movement and Law, from the political agenda of violence against women in the Brazilian context.Key-words: Sexual Violence - Feminism - Women's Rights

  20. Efeitos agudos da corrente interferencial ganglionar em mulheres sadias

    OpenAIRE

    Nakata, Cláudio Hiroshi

    2014-01-01

    OBJETIVO: Analisar os efeitos agudos da corrente interferencial ganglionar em mulheres sadias. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo do tipo experimental aleatorizado e transversal. Vinte e uma mulheres militares do Exército Brasileiro divididas em dois grupos, conforme IPAQ, em ativas (média de idade de 32,80 ± 3,011 anos, massa 56,50 ± 5,523 Kg, estatura de 164,30 ± 6,993 cm e IMC de 20,90 ± 1,729 kg/m2 e 80% com conceito excelente no teste de aptidão física) e irregularmente ativas (média de idade d...

  1. Descriptive study of HTLV infection in a population of pregnant women from the state of Pará, Northern Brazil Estudo descritivo da infecção pelo HTLV em uma população de gestantes do Estado do Pará, norte do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Guilhon Sequeira

    2012-08-01

    á, Norte do Brasil. MÉTODOS: 13,382 gestantes foram submetidas à triagem para HTLV durante o pré-natal, e aquelas com sorologia alterada para anti-HTLV foram submetidas ao teste de Western Blot (WB, para confirmar e discriminar portadoras do HTLV-1 e do HTLV-2. RESULTADOS: A soroprevalência do HTLV na população de gestantes foi de 0,3%, sendo o HTLV-1 identificado em 95,3% das pacientes. O perfil demográfico das portadoras do HTLV foi de: mulheres com idade entre 20-40 anos (78,4%; residentes na região metropolitana de Belém (67,6% e com nível educacional igual ao ensino médio (56,8%. Outras variáveis relacionadas à infecção foram: início das relações sexuais compreendido entre 12-18 anos (64,9%, e ter sido aleitada mais de 6 meses (51,4%. A maior parte das mulheres estudadas teve ao menos duas gestações anteriores (35,1%; e nenhum aborto (70,3%. Co-infecções (sífilis e HIV foram descritas em 10,8% (4/37 das gestantes. A soroprevalência da infecção pelo HTLV em gestantes atendidas em Unidades Básicas de Saúde do Estado do Pará, Norte do Brasil foi de 0,3% semelhante à descrita em outros estudos brasileiros. As variáveis relacionadas com a infecção são indicadores importantes na identificação de gestantes com maior tendência a soropositividade pelo HTLV, sendo uma estratégia de controle e prevenção, evitando a transmissão vertical.

  2. Direitos sexuais, direitos reprodutivos: concepções de mulheres negras e brancas sobre liberdade Sexual and reproductive rights: the conceptions of black and white women regarding freedom

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Souzas

    2007-08-01

    Full Text Available A saúde reprodutiva relaciona-se ao usufruto da liberdade intrínseca aos direitos sexuais e reprodutivos. A questão central, neste artigo, é como a noção de liberdade se articula à condição social, de gênero, raça/etnia, com o intuito de investigar diferenças de gênero e de raça nas questões reprodutivas de mulheres negras e brancas, em relação à concepção de liberdade. A pesquisa é de natureza qualitativa e aborda questões reprodutivas de mulheres, a partir de um recorte de gênero e raça. Foram entrevistadas 36 mulheres, autoclassificadas brancas e negras (pretas e pardas, em união conjugal há, pelo menos, um ano. Os discursos foram analisados articulando-se raça/etnia e diferentes níveis de escolaridade. No conjunto, observa-se que as condições de vida e saúde reprodutiva de mulheres negras e brancas diferenciam-se em razão das condições socioeconômicas e culturais. Comparativamente, os discursos dos dois grupos podem ser interpretados em dois níveis característicos, da vida privada e do espaço público: enquanto mulheres brancas focam a defasagem das mulheres, no exercício eqüitativo da liberdade em relação aos homens, mas destacam conquistas no mundo do trabalho, mulheres negras pensam a liberdade mais circunscrita à possibilidade de vivência democrática da conjugalidade. As diferenças de discurso em relação à liberdade podem estar relacionadas tanto à questão do racismo no Brasil, historicamente vivenciado por mulheres negras no cotidiano, como às questões especificamente culturais dos dois grupos estudados.Reproductive health is related to the enjoyment of freedom that is intrinsic to sexual and reproductive rights. The core issue, in this article, is how the notion of freedom articulates itself to the social condition of gender, race and ethnicity. To investigate gender and race differences in reproductive issues of black and white women regarding the conception of freedom. The research

  3. Terapia antirretroviral altamente eficaz para infecção pelo vírus da imunodeficiência humana aumenta a rigidez aórtica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Eira

    Full Text Available FUNDAMENTO: Sabe-se que a terapia antirretroviral altamente potente para Aids reconhecida aumenta o risco cardiovascular, mas os efeitos dos agentes antirretrovirais de acordo com o gênero ainda são desconhecidos. OBJETIVO: O presente estudo avaliou o impacto do tratamento para o vírus da imunodeficiência humana (HIV na rigidez aórtica de acordo com o gênero. MÉTODOS: Foram recrutados 28 pacientes com Aids submetidos à terapia antirretroviral altamente potente (HAART, 28 pacientes infectados pelo HIV virgens de tratamento, 44 pacientes com diabetes tipo 2, e 30 controles. A rigidez aórtica foi determinada pela medição da Velocidade da Onda de Pulso (VOP, utilizando um equipamento automático validado e não invasivo. RESULTADOS: Os resultados médios brutos da VOP (e intervalo de confiança de 95% para participantes nos grupos terapia antirretroviral potente, HIV virgem de tratamento, diabéticos, e controles foram 9,77 m/s (9,17-10,36, 9,00 m/s (8,37-9,63, 9,90 m/s (9,32-10,49 e 9,28 m/s (8,61-9,95, respectivamente, para os homens (p de tendência = 0,14 e 9,61 m/s (8,56-10,66, 8,45 m/s (7,51-9,39, 9,83 (9,21-10,44 e 7,79 m/s (6,99-8,58, respectivamente, para as mulheres (p valor de tendência < 0,001. Análises post-hoc revelaram uma diferença significativa entre os valores médios de VOP no grupo com HAART e controles em mulheres (p < 0,01. Ajustes para as demais covariáveis potenciais, incluindo pressão arterial sistólica e diabetes, não alteraram esses resultados. Os achados indicam que o impacto do tratamento com HAART na rigidez aórtica foi amplificado nas mulheres com hipertensão, dislipidemia e síndrome metabólica. CONCLUSÃO: Agentes antirretrovirais potentes utilizados no tratamento da infecção pelo HIV aumentam a rigidez da aorta, especialmente em mulheres com maior risco cardiovascular.

  4. Transtorno de estresse pós-traumático e uso de drogas ilícitas em mulheres encarceradas no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Byanka Quitete

    2012-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O risco para o desenvolvimento de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT entre mulheres encarceradas pode estar associado ao consumo de drogas. OBJETIVOS: Determinar a frequência de TEPT entre mulheres encarceradas e sua relação com o uso de drogas na prisão. As voluntárias foram também avaliadas para a determinação de ansiedade-traço, depressão, eventos estressores e características sociodemográficas e comparadas quanto à presença ou não do transtorno. MÉTODOS: Estudo transversal com mulheres encarceradas em que foram utilizados para a avaliação de TEPT os critérios determinados pelo DSM-IV, o Inventário Christo para descrição de uso de drogas, o Inventário de Ansiedade Traço-Estado e o Inventário Beck para avaliação de sintomas de ansiedade e depressão, respectivamente. RESULTADOS: Das 134 mulheres avaliadas, 40,3% apresentaram TEPT. Houve maior uso diário de cocaína entre as positivas para o transtorno (p < 0,01. O uso diário de drogas ilícitas na prisão foi descrito por 53% das entrevistadas. Todas as participantes TEPT-positivas apresentavam algum grau de depressão em comparação às TEPT-negativas (p < 0,05. CONCLUSÃO: A alta prevalência de TEPT encontrada é comparável à de populações de risco. Apesar de estarem em regime prisional, é alto o uso de drogas ilícitas. O maior uso de cocaína entre as detentas que apresentaram TEPT indica preferência por drogas estimulantes em mulheres com o transtorno.

  5. Lesões precursoras do câncer de colo em mulheres adolescentes e adultas jovens do município de Rio Branco - Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leal Elaine Azevedo Soares

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever a freqüência das lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres de 15 a 29 anos, associando o grau de acometimento com características epidemiológicas e fatores de risco associados. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com a pesquisa de lesões precursoras do câncer de colo uterino, pelo exame de Papanicolaou, em mulheres de 15 a 29 anos com vida sexual ativa, residentes no município de Rio Branco, no período de janeiro a setembro de 2001. Como instrumento de investigação, foi aplicada ficha clínico-ginecológica, constando dados epidemiológicos, fatores de risco e resultados do exame físico-ginecológico, incluindo teste de Schiller e coleta de espécime para exame citopatológico. RESULTADOS: das 2.397 mulheres estudadas, 155 (6,4% apresentaram algum tipo de alteração epitelial cervical, sendo 146 (94,2% lesões escamosas e 9 (5,8% lesões glandulares. Nas mulheres com faixa etária de 15 a 19 anos a freqüência de alteração celular epitelial foi de 6,9%, semelhante a 6,3% observada naquelas de 20 a 29 anos (p>0,65. Este tipo de alteração foi associada ao baixo grau de escolaridade (p<0,003, ao número maior de parceiros (p<0,04, à história de doença sexualmente transmissível (p<0,001 e ao tabagismo (p<0,01. CONCLUSÃO: a freqüência elevada de lesões precursoras em faixa etária abaixo do esperado, com o padrão epidemiológico observado em outras fases da vida da mulher, evidencia a exposição precoce aos fatores risco, o que antecipa o desenvolvimento do câncer de colo uterino.

  6. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas Diabetes gestacional desde la perspectiva de mujeres embarazadas hospitalizadas Gestational diabetes from the perspective of hospitalized pregnant women

    OpenAIRE

    Márcio Flávio Moura Araújo; Sarah Maria Fraxe Pessoa; Marta Maria Coelho Damasceno; Maria Lúcia Zanetti

    2013-01-01

    Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1) Vivenci...

  7. Insuficiencia ovárica prematura en mujeres infértiles atendidas en el Hospital Nacional Arzobispo Loayza.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Rechkemmer Prieto

    1995-04-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar la frecuencia y las manifestaciones clínicas de Insuficiencia Ovárica Prematura en las pacientes infértiles. Material y métodos: En un estudio retrospectivo, descriptivo, se revisaron las historias clínicas de las pacientes atendidas en el Consultorio de Infertilidad del Hospital Nacional Arzobispo Loayza (HNAL, entre enero de 1989 y marzo de 1995. Resultados: Se encontró 27 pacientes con el citado diagnóstico, de un total de 1,855 pacientes que acudieron a consulta (1.45%. Todas tuvieron valores de FSH elevado y 25pacientes tuvieron niveles bajos de estradiol. Se observó hipotrofia de genitales externos y de vagina en el 11.11%, y de mamas en el 14.8%. Se realizó biopsia ovárica a 7 pacientes, en seis de ellas se observó ausencia de folículos. El diagnóstico más frecuente fue el de Insuficiencia Ovárica Prematura Idiomática. El tratamiento consistió en terapia hormonal de reemplazo con estrógenos/progestágenos secuenciales. En una paciente se indujo ovulación con menotropinas y se obtuvo gestación gemelar. Conclusiones: La insuficiencia ovárica prematura es poco frecuente en mujeres infértiles del HNAL, generalmente se presenta como amenorrea secundaria. La tercera parte presentó síntomas vasomotores. (Rev Med Hered 1995; 6: 115-120.

  8. Caracterización de la neoplasia intraepitelial cervical en mujeres atendidas en el policlínico Jimmy Hirzel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luisa Margarita Sánchez Alarcón

    2015-06-01

    Full Text Available Fundamento: el cáncer de cuello uterino es, después del cáncer de mama, el que más frecuentemente afecta a la mujer. La detección y tratamiento temprano de las neoplasias intraepiteliales cervicales garantizan la calidad de vida ante esta afección. Objetivos: caracterizar a las pacientes con neoplasias intraepiteliales cervicales que son atendidas en el policlínico “Jimmy Hirzel” en el municipio Bayamo, provincia Granma, en el período comprendido entre enero y diciembre de 2013. Métodos: se realizó un estudio descriptivo, retrospectivo, en un universo de 3450 pacientes a las que se realizó citología vaginal en el período de referencia; la muestra fueron las 55 mujeres cuyos exámenes resultaron positivos. Se midieron variables como tipo de neoplasia, edad, inicio de las relaciones sexuales, presencia de cervicitis, sepsis vaginal y hábitos de fumar. Los datos se procesaron por conteo simple, se tabularon utilizando valores absolutos y porcentajes. Resultados: la presencia de la neoplasia intraepitelial cervical fue de un 1,6 %, predominando las de bajo grado (NIC I. El grupo de edad más afectado fue el de 36 a 45 años. Otros factores asociados encontrados con relativa frecuencia, en orden decreciente, fueron: sepsis vaginal, inicio de las relaciones sexuales entre 15-20 años, cervicitis y el hábito de fumar. Conclusiones: existe poca incidencia de las neoplasias intraepiteliales en el área de salud y período estudiados.

  9. Elementos indicativos de abuso sexual na infância obtidos pelo método Rorschach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graça Gastal Borges Fortes

    2008-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar indicativos de abuso sexual infantil através do Método Rorschach em crianças atendidas pela Equipe de Proteção à Criança do Hospital de Clínicas de Porto Alegre no período entre 2002 e 2003. Métodos: Estudo retrospectivo qualitativo e quantitativo de nove crianças, com idades entre quatro anos e seis meses e onze anos, abusadas sexualmente, cuja ocorrência do fato foi verbalizada pelas próprias ou por seus responsáveis. Todas tiveram confirmação por médicos pediatras da própria instituição do abuso sexual sofrido. Todos os pacientes foram testados pelo método Rorschach com resultados supervisionados por profissional do Serviço de Psicologia da instituição. A partir do laudo e das respostas encontradas nos protocolos foram criadas categorias para o estu-do. Para a codificação das respostas foi utilizado o sistema de classificação de Klopfer. Resultados: O Método Rorschach forneceu indicativos de abuso sexual nas nove crianças estudadas. Depressão, ansiedade, impulsividade, dificuldades nos relacionamentos, foram características de personalidade que apareceram com maior freqüência. Na análise dos protocolos surgiram conteúdos traumáti-cos, tais como sangue, sexo, morbidez, medo e movimento agressivo. Conclusões: Este trabalho mostrou que o Método Rorschach pode fornecer indicativos de abuso sexual. Pela análise dos laudos se observou que as crianças estudadas apresentaram dificuldades relativas à estruturação de uma personalidade saudável.

  10. O empoderamento feminino e as mulheres do programa Bolsa Família

    OpenAIRE

    Williams, Priscila

    2016-01-01

    A luta por empoderamento das mulheres remonta às primeiras lutas feministas, mas isso parece ser ainda mais difícil para as mulheres pobres. Neste trabalho, busca-se compreender o processo de empoderamento das mulheres bene ciárias do Programa Bolsa Família, a partir do início do recebimento do benefício. A partir do relato dessas mulheres, pode-se observar que ainda há muito que ser feito para o efetivo rompimento da pobreza. 

  11. Avaliação manométrica anorretal de mulheres adultas com bexiga hiperativa

    OpenAIRE

    Gonçalves, Maria Lúcia Campos

    2011-01-01

    Objetivo: As disfunções miccionais, anorretais e do assoalho pélvico tem sido consideradas como fatores contribuintes dos sintomas de Bexiga Hiperativa (BH). O objetivo deste estudo foi avaliar os parâmetros da manometria anorretal em mulheres adultas com bexiga hiperativa. Materiais e Métodos: Mulheres adultas com ou sem BH formaram 2 grupos: Grupo BH constituído por mulheres com diagnósticos urodinâmico de BH, e Grupo C (controle) constituído por mulheres sem critérios clínicos para o diag...

  12. Mulheres na maturidade e queixa depressiva: compartilhando histórias, revendo desafios Women in maturity and depressive complaint: sharing histories, reviewing challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isalena Santos Carvalho

    2006-06-01

    Full Text Available Na literatura, a maturidade feminina tende a ser caracterizada pela menopausa, saída dos filhos de casa, cuidado e/ou perda dos pais idosos e questionamento sobre as escolhas de vida. Outra questão associada é a possibilidade de ocorrência de sintomatologia depressiva. Nessa perspectiva, o presente trabalho buscou identificar eventos da maturidade possivelmente relacionados à depressão feminina. Nove mulheres com diagnóstico de depressão, atendidas num hospital público de Brasília, participaram de uma intervenção psicológica grupal. A análise dos encontros sugere que perdas associadas ao seu envelhecimento, como a ocorrência de limitações físicas, modificações na auto-imagem e nas relações interpessoais específicas da maturidade, bem como o receio de dependência familiar futura contribuíram para a sintomatologia em questão. A dificuldade de elaboração de novos projetos de vida, com a depreciação do valor pessoal, foi um outro fator possivelmente relacionado. Cabe avaliar desafios enfrentados pelas mulheres na maturidade para a compreensão da queixa depressiva e desenvolvimento de propostas de intervenção.In literature, feminine maturity tends to be characterized by menopause, departure of children from home, care or loss of aged parents and questioning about life choices. Another question associated is the possibility of depressive symptoms occurrence. In that perspective, this article aims at identifying events of maturity possibly related to feminine depression. Nine women with depression diagnosis, attended in a public hospital in Brasília, took part in a group of psychological intervention. The analysis of the encounters suggests that losses associated to their aging process, such as occurrence of physical limitations, modifications in their auto-image and in the interpersonal relations specific of maturity, as well as the fear of future familiar dependency, have contributed to the symptoms related above

  13. Oficinas educativas sobre o autocuidado de pacientes com diabetes mellitus em uma unidade de saúde atendida pelo “Programa Mais Médicos” no Brasil: relato de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Penha de Oliveira SANTOS

    2015-12-01

    Full Text Available As doenças crônicas, como a Diabetes Mellitus, é um dos agravos à saúde que mais demandam por ações de educação em saúde, como o autocontrole dos níveis de glicose, a prática de atividade física e a dieta alimentar, sendo, estas, instrumentos fundamentais para o seu controle. Neste estudo, objetiva-se relatar a experiência de educação à saúde oferecida por meio de oficinas educativas para pessoas com diagnostico de Diabetes Mellitus e com dificuldades para alcançar a meta glicêmica em seu tratamento. Foi utilizada metodologia participativa e técnicas lúdicas, envolvendo a participação de 50 usuários com diabetes e cadastrados na Unidade Básica de Saúde de Ipuca, a qual é uma das unidades inscritas no Programa Mais Médicos, no município de São Fidelis, no período de dois anos. A metodologia participativa valorizou o conhecimento prévio dos participantes em relação à fisiopatologia, dieta e atividade física e a co-responsabilidades frente ao autocuidado. A oficina mostrou-se como espaço de reflexão e debate sobre a adoção de hábitos saudáveis¬, demonstrando que as vivências e as experiências em se trabalhar de forma conjunta profissionais de saúde e pacientes, auxiliam na redução da mortalidade por diabetes e na melhoria da qualidade de vida e o melhor cuidado do usuário e da comunidade.

  14. Mammography and Pap test screening among low-income foreign-born Hispanic women in the USA Mamografia e teste Papanicolau em mulheres latinas de baixa renda nos Estados Unidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria E. Fernandez

    1998-01-01

    Full Text Available Little is known about the factors influencing screening among low-income Hispanic women particularly among recent immigrants. A sample of 148 low-income, low-literate, foreign-born Hispanic women residing in the Washington DC metropolitan area participated in the study. The mean age of the sample was 46.2 (SD = 11.5, 84% reported annual household incomesEste estudo determinou os fatores que influenciam a conduta de mulheres latinas de baixa renda nos EUA, em face do monitoramento pela mamografia (MM e por meio do teste de Papanicolau (TP, em uma amostra de 148 mulheres latinas, residentes na região metropolitana de Washington DC. A idade média na amostra foi de 46,2 anos (desvio padrão 11,5, e 84% relatavam renda familiar anual menor que quinze mil dólares. Todas as mulheres falavam espanhol e apresentavam níveis reduzidos de aculturação; 96% destas informavam ter realizado TP, mas 24% não relatavam adesão às normas recomendadas de rastreamento. Entre aquelas com quarenta anos ou mais, 62% haviam realizado MM, mas somente 33% de acordo com as normas de rotina. A freqüência de conceitos equivocados sobre o câncer neste grupo de mulheres foi maior que a observada para mulheres latinas em outros estudos. Modelos logísticos multivariados para variáveis correlacionadas à conduta no rastreamento pelo TP e MM indicam que fatores como o medo do teste, vergonha e desconhecimento tiveram influência. Concluiu-se que as mulheres nesse estudo apresentaram menor freqüência de rastreamento por MM que mulheres não latinas, além de apresentarem também níveis mais reduzidos de adesão às normas de rastreamento por TP e MM.

  15. Fatores de risco clínicos e ultra-sonográficos relacionados à litíase vesicular assintomática em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Adilson Cunha

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar variáveis clínicas e ultra-sonográficas, como presença ou ausência de barro biliar, espessura da parede e medida transversal da vesícula biliar, idade, paridade, presença ou ausência de diabetes mellitus associadas a litíase vesicular assintomática, bem como determinar a sua prevalência em pacientes submetidas ao exame ultra-sonográfico. MATERAIS E MÉTODOS: Foram analisadas, em estudo prospectivo, 265 pacientes do sexo feminino, atendidas na Escola de Ultra-sonografia e Reciclagem Médica de Ribeirão Preto, durante o período de janeiro a setembro de 2001. RESULTADOS: Evidenciou-se diferença estatisticamente significativa relacionada à litíase da vesícula biliar e espessura da parede da vesícula biliar, barro biliar, diâmetro transverso da vesícula biliar, faixa etária, paridade, passando de 4,1% nas nulíparas para 39,1% nas multíparas e diabéticas. A prevalência de litíase na vesícula biliar em pacientes assintomáticas foi de 14,7%. CONCLUSÃO: A litíase vesicular assintomática em mulheres ocorre principalmente com o decorrer da idade e da paridade. Os achados ultra-sonográficos mais freqüentemente encontrados foram presença de barro biliar e de espessamento da parede da vesícula biliar.

  16. Abortamento induzido: vivência de mulheres baianas Induced abortion: the experience of women from the Brazilian state of Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa do Nascimento Pereira

    2012-12-01

    Full Text Available O abortamento representa grave problema de saúde pública, que envolve questões legais, econômicas, sociais e psicológicas. Estudo qualitativo que teve como objetivo identificar situações que interferem na decisão pelo aborto e os sentimentos diante do processo de abortar. O estudo foi realizado em uma Maternidade Pública, no Município de Salvador-BA, e os sujeitos foram constituídos por nove mulheres hospitalizadas por aborto provocado. Para a coleta de dados, utilizamos a entrevista acompanhada por um formulário semiestruturado. Foram considerados os aspectos éticos baseados na Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde. Para a análise das falas, usamos como referencial a técnica de análise de conteúdo de Bardin. A amostra caracterizou-se por mulheres adultas eminentemente negras; casadas/união estável; dependentes financeiramente do companheiro. Na análise dos discursos, surgiram dois temas: Motivação e Sentimentos. Dentre os motivos que levam ao aborto, encontram-se a dificuldade financeira, o número de filhos, a vivência de violência conjugal e a perda de sua autonomia. O processo de abortamento gera medo de morrer, tristeza e alívio. As mulheres vivenciam o aborto induzido, revelando um processo muito doloroso, desde o momento em que descobrem a gravidez, passando pela difícil decisão de interrompê-la. Quando não são ajudadas, essas mulheres perpetuam essa dor, vivendo dias de angústia e culpa. O exercício da escuta e do acolhimento devem estar presentes na vida dos profissionais de saúde, independentemente de suas opiniões com relação ao aborto, a fim de que a mulher possa expressar seus sentimentos, e então obter ajuda e encaminhamento adequados.Abortion is a serious public health problem that involves legal, economic, social and psychological issues. This qualitative study aimed to identify situations that interfere in the abortion decision and the feelings about the process of aborting. The

  17. A importância da equoterapia como instrumento de apoio no processo de ensino e aprendizagem de crianças atendidas nesta modalidade terapêutica

    OpenAIRE

    Andrade, Gracielle Pinheiro da Silva; Universidade do estado do Mato Grosso, Sinop; Cunha, Marion Machado

    2014-01-01

    Este artigo aborda a importância da equoterapia como instrumento de apoio no processo de ensino e aprendizagem de crianças atendidas nesta modalidade terapêutica. Impulsionou este trabalho o intuito de analisar como ocorrem as relações entre equoterapia e as evoluções pedagógicas do aluno. Foi uma pesquisa qualitativa de observação participante. A definição de equoterapia fundamenta-se em um método terapêutico e educacional, utilizando-se o cavalo numa abordagem interdisciplinar nas áreas de ...

  18. A CPMI da Violência Contra a Mulher e a Implementação da Lei Maria Da Penha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Hein de Campos

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo analisa as conclusões da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Violência contra a Mulher, criada pelo Congresso Nacional Brasileiro em 2012, no que tange à aplicação da Lei Maria da Penha. Após um ano e meio de trabalho, o relatório da CPMI apontou a fragilidade das políticas públicas de enfrentamento à violência contra mulheres e os obstáculos na implementação da Lei Maria da Penha, dentre os quais, destacam-se: a precariedade da rede de serviços e o reduzido número de juizados especializados em atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar; o descumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal que proíbe a aplicação da suspensão condicional do processo; a resistência de operadores/as do direito em entender a proposta da nova lei e romper com a lógica familista e o insuficiente orçamento para o desenvolvimento e a manutenção das políticas públicas de enfrentamento a essas situações de violência. A análise do relatório da CPMI permite concluir que os estados brasileiros investem muito pouco em políticas públicas específicas e que a implementação integral da Lei Maria da Penha depende de uma nova compreensão jurídica, da articulação entre os poderes públicos e de uma política orçamentária de gênero.

  19. Tratamento da leishmaniose tegumentar americana pelo niridazol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miroslau Constante Baranski

    1970-08-01

    Full Text Available Foi empregue o niridazol um derivado do nitrotiazol, em doze pacientes com leishmaniose tegumentar americana. Em todos êles, o diagnóstico clínico da doença foi confirmado pela biópsia das lesões e em oito dêles também pela positividade da intradetermorreação de Montenegro. Oito pacientes tinham lesões mucosas metastáticas em atividade e lesões cutâneas iniciais cicatrizadas há tempo mais ou menos longo. Dois apresentavam concomitância de lesões cutâneas e mucosas em atividade, e dois tinham lesões cutâneas exclusivas. A duração da doença variou de 2 meses a 32 anos. A posologia diária do niridazol foi uniformememente de 25 mg/kg de pêso corpóreo. O medicamento foi administrado por via oral, em duas tomadas diárias, sempre com o doente internado em hospital. Quando a tolerância o permitia, o paciente recebia cinco séries de tratamento de 10 dias de duração cada, intercaladas por períodos áe suspensão da droga de 10 dias entre uma série e outra. Isso foi possível em 10 dos 12 pacientes. O tratamento foi bem tolerado em 5 doentes e de tolerância regular em 4. Mal tolerado em um paciente pela ocorrência de alucinações e excitação mental e interrompido pela péssima tolerância em dois doentes devido ao aparecimento de convulsões generalizadas com perda da consciência. O tratamento acompanhou-se de grande incidência, de efeitos colaterais. A ocorrência de para-efeitos mais intensos não foi devida às más condições hepáticas. Provas de função hepática. hemogramas, estudos bioquímicos do sangue e exames de urina, realizados antes, durante e após o tratamento, não revelaram alterações significativas. Biópsias hepáticas por punção com agulha em dez doentes, prévias e posteriores ao tratamento, não detectaram lesões hepáticas que pudessem ser atribuídas à medicação. O seguimento dos doentes prolongou-se pelo prazo de dois a 36 meses apos o tratamento. Alterações eletrocardiogr

  20. Doenças sexualmente transmissíveis e o HIV/AIDS: enfermagem discutindo essas ligações perigosas para as mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara de Moraes Xavier

    2001-03-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo principal discutir as ligações perigosas entre as DSTs e o HIV/AIDS pelo prisma do gênero e da sexualidade. Apresenta a feminização da AIDS no Brasil como produto das relações sociais, econômicas, políticas e culturais. Pesquisa descritiva exploratória de natureza qualitativa. Focaliza mulheres com HIV/AIDS que se contaminaram através de relações sexuais com parceiros fixos e únicos. Conclui que o cuidado de enfermagem, no contexto do processo saúde-doença, constitui-se em uma das principais oportunidades para a (o enfermeira (o trabalhar o diagnóstico precoce, o tratamento e a prevenção das DSTs e da AIDS.

  1. Avaliação da genotoxicidade em mulheres com síndrome dos ovários policísticos: impacto da dieta

    OpenAIRE

    Soares, Nayara Pereira

    2015-01-01

    Introdução: Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), segundo o critério de Rotterdam, está presente em 6-12% das mulheres em idade reprodutiva, é caracterizada pelo hiperandrogenismo, resistência à insulina (RI) e por seu estado inflamatório, fatores comumente exacerbados pela presença da obesidade e associados com o aumento da genotoxicidade. Alimentação saudável com implicação na perda de peso atua restabelecendo as funções reprodutivas e metabólicas na SOP, entretanto sua influência na red...

  2. A Negociação de Gênero da compositora Kaija Saariaho na Finlândia: a Mulher Compositora como Sujeito Nômade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pirkko Moisala

    2015-12-01

    Full Text Available Este texto é a minha interpretação da negociação de gênero da compositora finlandesa Kaija Saariaho na Finlândia. Eu demonstro, através da análise da recepção pública de Saariaho e de suas experiências, como acontecem a negociação de gênero da identidade de gênero e o aparecimento de uma mulher compositora, como processos contínuos, entre as esferas da alteridade convencional (a categoria socialmente construída de mulheres compositoras e as experiências da vida real. A análise é feita através das lentes teóricas oferecidas por DE LAURETIS (1988, CITRON (1993, FOUCAULT (1984 e pela epistemologia das transições nômades de BRAIDOTTI (1991, 1994. Reivindico que Saariaho negociou seu gênero não "dentro" do sistema dominado pelos homens, mas "com" ele, definindo uma nova posição de gênero de sujeito: a posição de sujeito nômade.

  3. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: ESTATÍSTICAS ALARMANTES CONTRA A DIGNIDADE DAS JOSEENSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre José Reifschneider Coelho

    2016-11-01

    Full Text Available Tomando como referência dados estatísticos registrados no site da SECRETARIA de Segurança Pública (www.ssp.sp.gov.br/novaestatistica/Mapas.aspx e partindo da fundamentação em literatura especializada sobre o tema violência contra mulheres (artigos científicos; informações divulgadas pelos meios de comunicação (notícias, reportagens; depoimentos e vivências compartilhadas em espaços públicos virtuais (blogs percebemos que o preconceito, a discriminação e a desigualdade, faces perversas da violência contra a mulher, colaboram para a permanência da violência mesmo após o advento da Lei 11.340 de 07 de Agosto de 2006, conhecida como Lei “Maria da Penha”. Mostramos esta permanência da violência tendo como objeto de análise os crimes de estupro, lesão corporal e tentativa de homicídio, compreendidos no período de 2011 a 2015, subdivididos em Estado de São Paulo (Capital e Interior e município de São José dos Campos.

  4. Construindo pontes: a prática da interdisciplinaridade. Estudo PopTrans: um estudo com travestis e mulheres transexuais em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Dourado

    Full Text Available Resumo: Pessoas trans, incluindo travestis, mulheres transexuais, apresentam taxas desproporcionalmente elevadas de HIV/AIDS em comparação com o restante da população. Entretanto, são poucos os estudos quantitativos/qualitativos com pessoas trans no Brasil. Assim, uma equipe de pesquisadores de diferentes áreas desenvolve um projeto de pesquisa interdisciplinar com o objetivo de conhecer as condições e os modos de vida, e ao mesmo tempo investigar fatores determinantes da infecção pelo HIV, sífilis e hepatites B e C entre travestis e mulheres transexuais. Neste artigo, pretende-se descrever a experiência de implantação e desenvolvimento do estudo com uma abordagem etnoepidemiológica em Salvador, Bahia, Brasil. O mapeamento da população começou com uma pesquisa formativa que foi crucial para orientar o inquérito epidemiológico. A produção de dados etnoepidemiológicos é um desafio cotidiano para os pesquisadores, produzindo uma série de reflexões sobre os limites de nossos conceitos e categorias para traduzir a diversidade de práticas e experiências das participantes da pesquisa.

  5. Modas de mulher, modos de comércio: camadas médias, cultura e economia na história do consumo moderno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everardo Rocha

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho é investigar a recorrência de relações entre distintos movimentos do consumo na modernidade, a formação das “classes médias” e a construção do ideal da “mulher moderna”. Vamos analisar as formas pelas quais um determinado modelo de negócios, inaugurado pelos grandes magazines em meados do século XIX, estrutura um sistema para o comércio de bens e serviços que contribui para inserir contingentes das populações urbanas de camadas médias no universo do consumo e a mulher em atividades de compra. Este estudo analisará três contextos de expansão do consumo nos quais se evidencia a complexa relação entre economia e cultura: a emergência dos grandes magazines nas cidades europeias em meados do século XIX; o surgimento dos shoppings nos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial; a chegada de marcas internacionais no Brasil a partir dos anos 2000, especificamente o caso da rede de lojas Forever 21.

  6. Caracterización de lesiones cervicouterinas en pacientes atendidas en el hospital “Ernesto Guevara de la Serna”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia María Yabor Palomo

    2015-11-01

    Full Text Available Fundamento: en los últimos años ha existido un incremento en la incidencia de cáncer cérvicouterino en pacientes pertenecientes a la provincia de Las Tunas.Objetivo: caracterizar a las pacientes con lesiones cervicales, cuyas biopsias fueron analizadas en el departamento de anatomía patológica, perteneciente al Hospital General Docente “Dr. Ernesto Guevara de la Serna”, en el período comprendido entre enero de 2013 y diciembre de 2014.Métodos: se realizó un estudio descriptivo, de corte transversal, en 1369 pacientes con lesiones cervicales, atendidas en el lugar y período de tiempo antes señalado, se utilizó el modelo oficial de biopsia como fuente secundaria de recolección de la información. Los datos fueron procesados utilizando la estadística descriptiva.Resultados: del total de la muestra, la frecuencia de positividad de las biopsias para lesiones cervicales pertenecieron: al año 2013 el 44,4 % y 55,6 % al 2014. Predominaron las mujeres en edad comprendida entre 26 y 35 años, 47,4 %, seguido del grupo de 36 a 55 años, 43,46 %; la neoplasia intraepitelial grado I estuvo presente en el 42,73 %. El 33,6 % de la muestra presentó infección por el virus del papiloma humano, de ellas el 35,28 % correspondieron al 2013 y el 32,19 % al 2014. La neoplasia intraepitelial cervical grado III reportó la mayor cantidad de pacientes con cervicitis, para un 42,95 %, seguido por el carcinoma in situ, presente en el 93 % de la muestra.Conclusiones: se caracterizaron las lesiones cervicouterinas en pacientes de la provincia, predominó el grupo de edad comprendido entre 26 y 35 años, la neoplasia intraepitelial grado I, aproximadamente un tercio estaban infectadas con el virus del papiloma humano, y en las pacientes con neoplasia intraepitelial cervical grado III existió mayor incidencia de cervicitis.

  7. Vivência de mulheres que se submeteram à gastroplastia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glenda Agra

    2009-12-01

    Full Text Available A gastroplastia reduz as co-morbidades e melhora a qualidade de vida, resgatando a auto-estima e inclusão social doobeso mórbido. O estudo teve como objetivo investigar a vivência de mulheres que se submeteram à gastroplastia, apartir de seus discursos. Trata-se de um estudo exploratório com abordagem qualitativa, do qual participaram 16pacientes mulheres que se submeteram à cirurgia bariátrica. Os dados foram coletados nos meses de junho a julho de2007, por meio da técnica de entrevista semi-estruturada, com a utilização do sistema de gravação, as quais foramanalisadas qualitativamente, à luz da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Emergiram as seguintes idéias centrais:elevação da auto-estima e bem-estar psicológico; promoção de bem-estar físico; mudança negativa no pós-operatórioimediato e mediato; mudança positiva após a fase de adaptação; possibilidade de maior socialização; satisfaçãofamiliar e pessoal enquanto mulher e maior disposição, segurança e melhor estado de humor. Conclui-se, portanto,que, a gastroplastia é um tratamento cirúrgico para obesos mórbidos, que remete à perda ponderal, melhora a autoestima,mas que traz conseqüências negativas. Daí a importância do cuidar destas pacientes desde a decisão de sesubmeter à cirurgia até a total reabilitação.

  8. Agroecologia: Potencializando os papéis das mulheres rurais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana da Silva Andersson

    2017-04-01

    Full Text Available O artigo analisa se e como a agroecologia potencializa os papéis das mulheres rurais, em sua maioria agricultoras, dos municípios de Arroio do Padre e São Lourenço do Sul (RS. Através da realização de entrevistas em profundidade e da observação participante, o artigo analisa as percepções dessas mulheres a respeito das realidades por elas vivenciadas tanto no âmbito produtivo (lavoura como reprodutivo (doméstico. É importante destacar que, em Arroio do Padre, há um processo incipiente de “agroecologização”, ou seja, as unidades familiares encontram-se nos níveis iniciais da transição agroecológica. Já em São Lourenço do Sul, observou-se que essas mulheres atuam na agroecologia há mais de 40 anos. Estas distintas trajetórias conferem percepções de mundo diferenciadas entre os dois contextos sociais. Enquanto para as interlocutoras de Arroio do Padre a agroecologia pouco interfere em suas escolhas dentro e fora de casa, já para as entrevistadas de São Lourenço do Sul é essencial no repensar das relações estabelecidas no lar e no seu entorno, especialmente nos assuntos que tangem aos mercados e a sua valorização enquanto “agricultora”.

  9. Osteoporose em mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SC Radominski

    2004-12-01

    Full Text Available DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE COLETA DE EVIDÊNCIAS: Foi feita uma pesquisa de referências bibliográficas na Biblioteca Cochrane e na base de dados do MEDLINE, utilizando os seguintes termos: osteoporosis, bone density, postmenopausal women. Selecionados os artigos mais relevantes publicados nos últimos cinco anos. A partir da lista de referências bibliográficas foi feita consulta a citações de artigos anteriores. GRAU DE RECOMENDAÇÃO E FORÇA DE EVIDÊNCIA: A: Estudos experimentais e observacionais de melhor consistência. B: Estudos experimentais e observacionais de menor consistência. C: Relatos ou séries de casos. D: Publicações baseadas em consensos ou opiniões de especialistas. OBJETIVOS: 1. Rever os fundamentos da osteoporose pós-menopausa; 2. Estabelecer os principais procedimentos para diagnóstico da osteoporose e de fraturas osteoporóticas em mulheres na pós-menopausa; 3. Estabelecer as terapêuticas para prevenção e tratamento da osteoporose e de fraturas osteoporóticas em mulheres na pós-menopausa. PROCEDIMENTOS: 1. História clínica; 2. Medidas da massa óssea; 3. Prevenção e tratamento. EVOLUÇÃO E DESFECHOS: 1. Identificação das mulheres de risco para osteoporose pósmenopáusica; 2. Prevenção da osteoropose e fraturas; 3. Eficácia dos tratamentos e redução de fraturas.

  10. Conexões transnacionais entre as mulheres de direita Brasil, Chile e Estados Unidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margaret Power

    2014-04-01

    Full Text Available Este artigo discute a importância transnacional dos movimentos de mulheres contra João Goulart, no Brasil, e contra Salvador Allende, no Chile, e o impacto que tiveram sobre as mulheres conservadoras dos Estados Unidos. Para tanto, examina a ampla cobertura que a mídia, nos Estados Unidos, deu aos movimentos dessas mulheres, assim como as visitas que as mulheres anti-Goulart fizeram aos Estados Unidos após o golpe militar brasileiro de 1964. Ele explora vários casos em que mulheres conservadoras brasileiras e chilenas partilharam suas experiências e suas vitórias políticas com as mulheres da América do Norte, que, por sua vez, foram inspiradas por elas. O artigo desafia a literatura acerca das mulheres de direita nos Estados Unidos, que tem ignorado o impacto que as mulheres conservadoras do Brasil ou do Chile tiveram sobre os movimentos desse país.

  11. Fatores associados ao excesso de peso entre mulheres

    OpenAIRE

    Lopes,Aline Cristine Souza; Reyes,Alessandra Nunes Lima; Menezes,Mariana Carvalho de; Santos,Luana Caroline dos; César,Cibele Comini

    2012-01-01

    Objetivou-se caracterizar as usuárias e identificar os fatores associados ao excesso de peso em serviço público de Promoção à Saúde (SPS). Estudo transversal com todas as mulheres de SPS, denominado Academia da Cidade. Utilizaram-se variáveis antropométricas, consumo e hábitos alimentares, e relato de morbidades. Realizou-se análise descritiva e regressão linear múltipla (p

  12. Determinantes psicossociais da dor sexual na mulher portuguesa

    OpenAIRE

    Oliveira, Cátia Margarida dos Santos Pereira de

    2013-01-01

    A dor é uma experiência perceptualmente complexa, influenciada por um conjunto variado de fatores biológicos e também psicossociais. A sua vivência varia de pessoa para pessoa, havendo diferentes níveis de impacto no funcionamento emocional, interpessoal, motivacional e físico. A dor sexual, mais conhecida por dispareunia e vaginismo, é uma problemática de natureza habitualmente crónica que afeta muitas mulheres. Apesar de ser um importante alvo de estudo nas últimas décadas...

  13. Tendências de pesquisas brasileiras sobre mulheres mastectomizadas

    OpenAIRE

    Azevedo, Elisângela Braga de; Bezerra, Pollyana Amorim Ponce de Leon; Neto, José Melquiades Ramalho; Bustorff, Leila Alcina Correia Vaz; Souto, Cláudia Maria Ramos Medeiros

    2012-01-01

    Objetivou-se analisar as tendências das pesquisas realizadas no Brasil sobre mulheres mastectomizadas. Trata-se de um estudo bibliográfico de abordagem quantitativa, realizado de 15 de junho a 31 de julho de 2009. Para coleta dos dados empíricos utilizou-se um instrumento estruturado, posteriormente os dados foram tabulados, analisados, transformados em porcentagens e agrupados em uma tabela para facilitar a visualização das informações. A amostra foi constituída por resumos adquiridos atravé...

  14. A identidade da mulher na modernidade Women's identity in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josênia Antunes Vieira

    2005-01-01

    Full Text Available O artigo trata das mudanças na constituição da identidade da mulher diante das novas práticas discursivas, produto das modificações nas ordens do discurso, resultado da globalização da economia. Essas mudanças alteraram a vida e a intimidade das pessoas, modificando-lhes o modo de ser. Assim, as transformações das relações sociais trazem dificuldades para a construção identitária feminina. Para isso, o artigo discute, à luz da análise de discurso crítica, os tópicos: a construção social da identidade da mulher; o papel do sujeito; a tecnologia e a mídia como agentes fragmentadores da identidade da mulher; a espacialização no discurso feminino; o discurso do corpo na auto-realização identitária; a identidade da mulher diante das transformações da sexualidade; a construção da identidade do gênero feminino na família; a questão identitária e o ensino e, por fim, o trabalho como força estruturante da identidade feminina.This paper deals with changes in the constitution of women's identity in relation to new discourse practices. These are the result of changes in discourse orders due to economic globalization. These changes have altered people's lives and their intimacy, thus modifying their way of being. In this sense, changes in social relations have brought about difficulties in the construction of female identity. Thus, this article, based on critical discourse analysis, seeks to discuss the following issues: the social construction of women's identity; technology and the media as fragmentary agents in women's identity; spatialization in female discourse; the discourse of the body in identity self-realization; women's identity vis à vis transformations in sexuality; the construction of female identity in the family; the identity issue and education and, finally, the world of work as a structuring element in female identity.

  15. Concepções de gênero entre homens e mulheres de baixa renda e escolaridade acerca da violência contra a mulher, São Paulo, Brasil Gender conceptions related to violence against women among men and women of low income and low educational level, Sao Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Thereza Couto

    2006-01-01

    Full Text Available O trabalho aborda como homens e mulheres de baixa renda e escolaridade, da cidade de São Paulo, Brasil, pensam suas relações afetivo-familiares e os diferentes contextos de violência que vivenciam. Trata-se de estudo qualitativo, utilizando grupos focais, com vistas a subsidiar estudo mais global acerca de violência contra a mulher e saúde. Foram realizados quatro grupos focais (dois com mulheres e dois com homens, na faixa etária de 25 a 35 anos, abordando as representações, livres e instigadas por ditos populares, de: homem e mulher ideais; as relações afetivo- sexuais e familiares; os concretamente vividos; e a violência doméstica. Usa-se a análise temática. Os resultados apontam para cisões entre atributos físicos e condutas morais na mulher ideal referida pelos homens, já aquela referida pelas mulheres define uma autonomia controlada. Os homens tiveram dificuldades em definir o homem ideal, já para as mulheres o ideal é o homem-família. Quanto à violência, é em princípio sempre condenável. É tolerável e instintiva para homens; e fatalidade ou destino, pela natureza masculina, para mulheres, tornando-se evento natural e trivial dos cotidianos de ambos. O referencial de gênero permite compreensão da violência como ocorrência comum, mas de sentidos diferentes entre gêneros.This article discusses how men and women of low income and educational level, living in São Paulo City, think their affective and familiar relationships and the different violent contexts they live in. It consists of a qualitative study, based on focus groups and subsiding a more global study on violence against women and health. It has been conducted four groups (two with men and two with women, aging 25 to 35 years broaching, free and instigated by popular sayings, conceptions on: the ideal man and woman, concretely experienced sexual affective and familiar relationships and on domestic violence. Thematic analysis was used. The results

  16. Câncer de mama: sentimentos e percepções das mulheres diante do diagnóstico / Breast cancer: feelings and perceptions of women before the diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keli Regiane Tomeleri da Fonseca Pinto

    2018-04-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer os sentimentos e percepções das mulheres diante o diagnóstico de câncer de mama. Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo, realizado no Ambulatório de Oncologia de um Hospital Universitário, junto à 11 mulheres com câncer de mama e idade entre 43 e 58 anos. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, entre maio a julho de 2015. Os dados foram analisados e interpretados conforme a análise de conteúdo. Resultados: Após a análise emergiram quatro categorias: esperando pelo diagnóstico; sentimentos despertados após o diagnóstico; o apoio familiar; viver e orar após o diagnóstico de câncer de mama. Conclusão: O estudo mostrou que as mulheres já esperavam o diagnóstico de câncer, porém, mesmo dizendo estarem preparadas para tal diagnóstico, diante da notícia se sentiram aflitas, receberam apoio da família e também buscaram apoio religioso para enfrentar o difícil momento do diagnóstico do câncer de mama.

  17. Os Meios de Comunicação e a Figura da Mulher: uma reflexão sobre a personagem Clara da telenovela Em Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Baccega

    2016-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo refletir acerca da construção da figura da mulher operada pelos meios de comunicação, através de um dos seus produtos culturais, a telenovela brasileira. Para tanto, propõe uma investigação que aborda a visibilidade da mulher na mídia, trazendo como arcabouço teórico Baccega (1994; 1999, Escosteguy (2011 e Hall (2013, no que tange aos discursos midiáticos; Lippmann (1966, Bourdieu (2002, Scott (1995, Butler (2015 e Louro (2000 para refletir sobre a figura da mulher. Levando em conta o contexto hegemônico, o presente artigo propõe discutir a ideologia bem como a indústria cultural a fim de analisar, como objeto empírico, a personagem Clara, protagonizada pela atriz Giovanna Antonelli, na telenovela brasileira Em Família, da TV Globo.

  18. As políticas de combate à violência contra a mulher no Brasil e a "responsabilização" dos "homens autores de violência"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aparecida Fonseca Moraes

    Full Text Available O artigo analisa os significados que os homens acusados de violência atribuem às agressões perpetradas contra as mulheres, no contexto da Lei Maria da Penha e de suas políticas públicas no Brasil. Chama a atenção também para as possíveis contribuições da abordagem interacionista e para a importância do foco nas ideias e nos valores nas análises das políticas públicas, principalmente aquelas que alcançam as identidades. A pesquisa realizada em Grupos de Reflexão para homens autores de violência em um Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher na cidade do Rio de Janeiro mostrou como alguns valores e ideias difundidos, como aqueles associados à "responsabilização" do agressor, são confrontados pelos homens. Muitas vezes eles recorrem às circunstâncias da situação nas quais ocorreram os conflitos interpessoais do casal de modo a denotar as agressões como uma resposta, ou até mesmo punição, ao comportamento inadequado das mulheres, que teriam desafiado a divisão tradicional dos papéis de gênero, reconhecida por eles como universalmente aceita.

  19. Qualidade de vida e depressão em mulheres vítimas de seus parceiros Quality of life and depression in women abused by their partners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Gurgel Adeodato

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e depressão nas mulheres vítimas da violência doméstica; estabelecer o perfil socioeconômico da mulher agredida pelo parceiro e as particularidades das agressões sofridas. MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 100 mulheres que sofreram agressão de seus parceiros e que prestaram queixa na Delegacia da Mulher do Ceará. Foram aplicados três questionários: o primeiro visa a obter dados demográficos e sobre a violência sofrida; o segundo (GHQ-28, sobre a qualidade de vida em geral; e o terceiro (Beck, quantifica o grau de depressão. RESULTADOS: O perfil da mulher agredida é: jovem, casada, católica, tem filhos, pouco tempo de estudo e baixa renda familiar. Álcool e ciúme foram os fatores mais referidos como desencadeantes das agressões, tendo 84% das mulheres sofrido agressão física. Foi observado que 72% delas apresentaram quadro sugestivo de depressão clínica; 78% tinham sintomas de ansiedade e insônia; 39% já pensaram em suicídio e 24% passaram a fazer uso de ansiolíticos após o início das agressões. CONCLUSÕES: A análise dos dados sugere que a violência doméstica está associada a uma percepção negativa da saúde mental da mulher.OBJECTIVE: To evaluate quality of life and depression among women who suffer domestic violence and to describe the socioeconomic profile of women who were abused by their partners and aspects of these abuses. METHODS: The study sample comprised 100 women who were abused by their partners and filed a complaint at the Police Office for Women of the state of Ceará, Brazil. Three questionnaires were applied: one for collecting demographic and violence data; the second one (GHQ-28 one to evaluate general quality of life; and the third one (Beck to quantify depression. RESULTS: Abused women are young, married, Catholic, have children, low schooling and low family income. Alcohol use and jealousy were the main reported factors leading to partner's abuse

  20. Mulheres vítimas de violência sexual: meios coercitivos e produção de lesões não-genitais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Naves dos Reis

    2004-04-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo analisar os meios coercitivos utilizados pelos ofensores sexuais e a produção de lesões não-genitais em mulheres crianças, adolescentes e adultas, vítimas de estupro e atentado violento ao pudor notificados pela Delegacia de Defesa da Mulher e examinados no Núcleo de Perícias Médico-Legais de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, no período de 1996 a 2000. Na distribuição dos casos segundo a idade, utilizou-se o critério estabelecido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A violência física foi o constrangimento mais empregado contra adultas (44,1% e adolescentes (25,0%, seguida da grave ameaça em 36,5% e 17,0% dos casos, respectivamente. A violência presumida pela innocentia consilii ocorreu em 94,1% das crianças e 42,8% das adolescentes. Lesões não-genitais de natureza leve foram evidenciadas em 7,8% dos casos, acometendo crianças (3,0%, adolescentes (7,2% e adultas (14,4%, produzidas sem o uso de armas (75,0%. Quando utilizadas, constatou-se que o número de casos com lesões decresce frente ao emprego de facas (14,3% e revólveres (10,7% contra vítimas adultas e adolescentes.

  1. Mulheres vítimas de violência sexual: meios coercitivos e produção de lesões não-genitais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reis Jair Naves dos

    2004-01-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo analisar os meios coercitivos utilizados pelos ofensores sexuais e a produção de lesões não-genitais em mulheres crianças, adolescentes e adultas, vítimas de estupro e atentado violento ao pudor notificados pela Delegacia de Defesa da Mulher e examinados no Núcleo de Perícias Médico-Legais de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, no período de 1996 a 2000. Na distribuição dos casos segundo a idade, utilizou-se o critério estabelecido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A violência física foi o constrangimento mais empregado contra adultas (44,1% e adolescentes (25,0%, seguida da grave ameaça em 36,5% e 17,0% dos casos, respectivamente. A violência presumida pela innocentia consilii ocorreu em 94,1% das crianças e 42,8% das adolescentes. Lesões não-genitais de natureza leve foram evidenciadas em 7,8% dos casos, acometendo crianças (3,0%, adolescentes (7,2% e adultas (14,4%, produzidas sem o uso de armas (75,0%. Quando utilizadas, constatou-se que o número de casos com lesões decresce frente ao emprego de facas (14,3% e revólveres (10,7% contra vítimas adultas e adolescentes.

  2. Manifestações estomatológicas, contagem de linfócitos T-CD4+ e carga viral de crianças brasileiras e norte-americanas infectadas pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GRANDO Liliane Janete

    2002-01-01

    Full Text Available A prevalência de manifestações estomatológicas associadas à infecção pelo HIV foi avaliada em 184 crianças de ambos os sexos, da faixa etária de zero a 13 anos de idade, atendidas nos Ambulatórios de AIDS Pediátrica do Hospital São Lucas (HSL da PUCRS, e do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA da UFRGS, ambos em Porto Alegre, RS, Brasil e no Centro Pediátrico para Doenças Infecciosas do Hospital Universitário e Departamento de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual de Nova Iorque (SUNY em Stony Brook, Nova Iorque, EUA, no período de janeiro de 1999 a maio de 2000. A freqüência de crianças brasileiras (72,73% e norte-americanas (53,66% com manifestações estomatológicas associadas à infecção pelo HIV foi estatisticamente significativa, com destaque para linfadenopatia cérvico-facial, aumento de volume das parótidas, candidíase eritematosa, petéquias, gengivite, xerostomia e queilite angular. As crianças com manifestações estomatológicas apresentaram contagens médias de linfócitos T-CD4+ próximas à normalidade e carga viral alta.

  3. Particularities of family planning in women with mental disorders Particularidades de la planificación familiar de mujeres portadoras de trastorno mental Particularidades do planejamento familiar de mulheres portadoras de transtorno mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Gomes Guedes

    2009-10-01

    particularidades en el planificación familiar de ese público. No hubo asociación estadística entre los diagnósticos médicos y el uso correcto o incorrecto de los métodos anticonceptivos. Las mujeres portadoras de trastorno mental presentan una demanda para la atención de la planificación familiar específica e integral.Objetivou-se identificar o perfil gineco-obstétrico de mulheres portadoras de transtorno mental, verificar a associação entre diagnóstico médico de transtorno mental e uso correto/incorreto dos métodos anticoncepcionais e verificar diagnósticos, frequência de internações e variedades de medicamentos consumidos. Participaram 255 mulheres atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial. Os dados foram coletados por meio de revisão de prontuário e entrevista estruturada. A hereditariedade de alguns transtornos mentais, internação psiquiátrica como causa de interrupção da anticoncepção, uso de anticoncepcionais que independem do controle pessoal, interação medicamentosa entre psicotrópicos e anticoncepcionais orais, participação do parceiro e/ou de familiares na escolha reprodutiva e prática anticonceptiva constituíram particularidades no planejamento familiar desse público-alvo. Não houve associação estatística entre os diagnósticos médicos e uso correto ou incorreto dos métodos anticoncepcionais. Mulheres portadoras de transtorno mental possuem demanda para atendimento de planejamento familiar específico e integral.

  4. Motivos e circunstâncias para o aborto induzido entre mulheres vivendo com HIV no Brasil Motives and circumstances surrounding induced abortion among women living with HIV in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilza Vieira Villela

    2012-07-01

    Full Text Available O impacto da infecção pelo HIV/Aids na decisão de interromper uma gravidez entre mulheres vivendo com HIV/Aids é ainda um tema pouco estudado. Visando entender como a infecção pelo HIV/Aids interfere na prática do aborto foi realizado estudo qualitativo em sete municípios brasileiros com mulheres portadoras desse vírus que haviam induzido um aborto em algum momento da vida. Este trabalho apresenta a análise das entrevistas de 30 mulheres que engravidaram após o diagnóstico. Os resultados mostram que para algumas a infecção foi o principal motivo de interrupção da gravidez, enquanto que para outras estiveram referidos a outras circunstâncias da vida. A decisão de abortar após o diagnóstico da infecção pelo HIV não é igual para todas as mulheres, e é influenciada pelo momento do diagnóstico e os demais aspectos da vida, como a relação com o parceiro, a inserção de trabalho e o suporte familiar. Os resultados sugerem a necessidade de atenção dos serviços de saúde quanto às decisões reprodutivas das mulheres vivendo com HIV/Aids; de incorporação dos homens nas ações preventivas de saúde sexual e reprodutiva e do aprofundamento da discussão sobre a ilegalidade do aborto no país e suas danosas consequências para mulheres, homens e crianças.The impact of HIV/AIDS infection on the decision of women living with HIV/AIDS to interrupt a pregnancy remains an understudied topic. In an effort to understand the influence of HIV/AIDS diagnosis on abortion practices, a qualitative study was carried out in seven Brazilian municipalities with women living with HIV/AIDS who reported inducing an abortion at some point in their lives. This study presents the analysis of interviews with thirty women who became pregnant after diagnosis. The results show that for some women, infection was the primary motive for terminating their pregnancy, while for others, the motives for abortion were predominantly related to life

  5. Exame para detecção precoce do câncer cérvico-uterino: vivência de mulheres das cidades de Kobe e Kawasaki, Japão e São Paulo, Brasil Cervical cancer screening: experience of women from Kobe and Kawasaki cities, Japan and São Paulo city, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Yuka Sato Chubaci

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar a vivência de mulheres japonesas e mulheres brasileiras descendentes de japoneses, quanto a exame precoce do câncer cérvico-uterino. MÉTODOS: estudo quantitativo, de caráter exploratório, das características das mulheres quanto ao exame Papanicolaou. Participaram do estudo 149 mulheres: 79 japonesas e 70 brasileiras descendentes de japoneses. RESULTADOS: a grande maioria das mulheres (82,6% realizou o exame Papanicolaou, e as brasileiras submeteram-se mais a esse tipo de exame que as japonesas. A maioria das brasileiras (64,6% foi incentivada a fazer o exame pelo seu ginecologista, enquanto 26,2% das japonesas foram motivadas por campanhas de prevenção; maior proporção de japonesas (53,6% teve dificuldade para realizar o exame que as brasileiras (10,8%, sendo a "vergonha" a principal dificuldade relatada pelas japonesas. 48,6% das brasileiras e 31,5% das japonesas atribuíram suas razões para realizar o exame à importância de evitar doenças ginecológicas. CONCLUSÕES: as razões apresentadas pelas mulheres deste estudo para não realizarem o exame de Papanicolaou sugerem aspectos importantes a serem reconsiderados pelos profissionais de saúde que atuam na área da saúde da mulher.OBJECTIVES: this work aimed at studying the experience of Japanese women and Brazilian women from Japanese descent submited theirselves to cervical cancer screening. METHODS: an exploratory quantitative study, was performed intending to know women's characteristics typical of their nationality and their attitude towards the Papanicolaou smear. The number of participants was 149 women, 79 Japanese and 70 Brazilian. RESULTS: the main results showed that the large majority of women (82.6% submitted themselves to the cervical cancer screening. The Brazilian women (92.9% showed a higher participation percentage than the Japanese (73.4% women. The majority of Brazilian women (64.6% were encouraged by their gynecologist to run the

  6. Mulher: sonho, razão e poder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Regina Ramos Gonzaga

    1992-09-01

    Full Text Available O texto apresenta uma síntese do filme "Mulher: Sonho, Razão e Poder", no qual as autoras discutem as relações de poder presentes no cotidiano de uma enfermeira. 0 eixo principal se estabelece em torno da condição da mulher e da enfermagem profissional na sociedade brasileira. A reflexão, enriquecida com recortes de vários .átudiosos contemporâneos do tema "poder", percorre três momentos: - o confronto consigo mesma, - o despertar para a realidade, e - a tomada de consciência do poder. O objetivo do trabalho foi estabelecer a trajetória do processo de amadurecimento pessoal e profissional que culmina numa nova visão de si e da profissão e recupera a consciência da diversidade e do potencial de oposição às forças que condicionam a realidade impondo-lhe novo rumo.

  7. Sexualidade no período climatérico: situações vivenciadas pela mulher Sexualidad en el período cilmatérico: situaciones vivenciadas por la mujer Sexuality in the climateric period: situations experienced by women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Rodrigues Fernandez

    2005-06-01

    Full Text Available Estudo de caráter descritivo,com o objetivo de identificar os aspectos que as mulheres atendidas em um Serviço de Ginecologia e Obstetrícia consideram como positivos e negativos no exercício de sua sexualidade, na fase do climatério. Os dados foram coletados através de entrevista individual, utilizando-se da técnica de incidentes críticos. As 45 mulheres entrevistadas mencionaram 86 situações, sendo 41 (47,7% consideradas positivas e 45 (52,3% negativas. As situações foram classificadas em três categorias: relacionamento a dois, ato sexual e mulher - ser social. Os resultados evidenciaram que elas priorizam a valorização da qualidade do relacionamento e da manifestação da emoção no contexto romântico. Destacaram a insatisfação com a auto-imagem e a presença da dominação sexual do homem sobre a mulher. O estudo possibilitou uma compre-ensão mais abrangente sobre o climatério, oferecendo subsídios para a assistência à saúde da mulher contemplando a dimensão sexual.Estudio de carácter descriptivo realizado con el objetivo de identificar los aspectos que las mujeres, atendidas en un Servicio de Ginecología y Obstetricia, consideran como positivos y negativos en el ejercicio de su sexualidad, en la fase del climaterio. Los datos fueron recolectados por medio de entrevista individual, utilizándose la técnica de incidentes críticos. Las 45 mujeres entrevistadas mencionaron 86 situaciones, siendo 41 (47,7% consideradas positivas y 45 (52,3%, negativas. Las situaciones fueron clasificadas en tres categorías: relación a dos, acto sexual y mujer - ser social. Los resultados permiten evidenciar que esas mujeres priorizan la valorización de la calidad del relacionamiento y de la manifestación de la emoción en el contexto romántico. Destacaron la insatisfacción con su auto-imagen y la presencia del dominio sexual masculino sobre el femenino. El estudio posibilitó una comprensión más amplia respecto al climaterio

  8. O transtorno bipolar na mulher Bipolar disorder in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro de Borja Gonçalves Guerra

    2005-01-01

    Full Text Available Diferenças sexuais, descritas em vários transtornos psiquiátricos, também parecem estar presentes no transtorno afetivo bipolar (TAB. A prevalência do TAB tipo I se distribui igualmente entre mulheres e homens. Mulheres parecem estar sujeitas a um risco maior de ciclagem rápida e mania mista, condições que fariam do TAB um transtorno com curso mais prejudicial no sexo feminino. Uma diátese depressiva mais marcante, uso excessivo de antidepressivos e diferenças hormonais surgem como hipóteses para explicar essas diferenças fenomenológicas, apesar das quais, mulheres e homens parecem responder igualmente ao tratamento medicamentoso. A indicação de anticonvulsivantes como primeira escolha em mulheres é controversa, a não ser para o tratamento da mania mista e, talvez, da ciclagem rápida. O tratamento do TAB na gravidez deve levar em conta tanto os riscos de exposição aos medicamentos quanto à doença materna. A profilaxia do TAB no puerpério está fortemente indicada em decorrência do grande risco de recorrência da doença nesse período. Embora, de modo geral, as medicações psicotrópicas estejam contra-indicadas durante a amamentação, entre os estabilizadores do humor, a carbamazepina e o valproato são mais seguros do que o lítio. Mais estudos são necessários para a confirmação das diferenças de curso do TAB entre mulheres e homens e a investigação de possíveis diferenças na efetividade dos tratamentos.Gender differences, described in several psychiatric disorders, seem to be also present in bipolar disorder (BD. The prevalence of bipolar I disorder is equally distributed between women and men. Women seem to be at higher risk for rapid cycling and mixed mania, conditions that could make BD a disorder with a more severe course in the female sex. A marked depressive diathesis among women, greatest use of antidepressants and hormonal differences have been mentioned as hypotheses to explain these

  9. O agente comunitário de saúde e a violência contra a mulher DOI:10.5007/1807-0221.2011v8n12p69

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leide Sayuri Ogasawara

    2011-12-01

    Full Text Available A violência é o uso intencional de força física ou do poder, real ou em ameaça, contra si próprio, contra outra pessoa ou contra um grupo ou uma comunidade e que resulte ou tenha possibilidade de resultar em lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação. A violência, nos seus vários tipos (doméstica, sexual, física e psicológica, já é considerada uma endemia que afeta a saúde individual e coletiva. A Casa da Mulher Catarina, projeto de extensão do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina, atuou em 2010 na disseminação do conhecimento sobre a violência contra a mulher. Realizou capacitação para 174 agentes comunitários de saúde (ACSs das Unidades de Saúde de São José/SC, com o objetivo de sensibilizá-los sobre a violência. Ao final, avaliaram-se as atividades com perguntas sobre a violência, as quais foram aprovadas pelo Comitê de Ética da UFSC/CEPSH, sob o número 790/2010. A maioria, 72%, respondeu que às vezes a mulher é tratada com respeito no Brasil; 22% responderam que a mulher não é respeitada, 4% responderam que a mulher é tratada com respeito; e 2% não responderam. O ambiente apontado como sendo o de maior desrespeito foi a sociedade (38%, seguido do familiar (35%, do local de trabalho (25%, e (2% não responderam e/ou responderam ser em outros locais. Os ACSs mostraram desconhecimento do assunto e interesse por ele. Acredita-se que a capacitação atingiu as expectativas, e que agora os agentes saibam identificar a violência contra a mulher na sua comunidade e sejam multiplicadores das ações contra a violência.

  10. Efeitos da condição sorológica sobre as escolhas reprodutivas de mulheres HIV positivas Effects of seropositivity in reproductive choices of women living with HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Cunha Sant'Anna

    2009-01-01

    Full Text Available O estudo investigou a percepção de mulheres vivendo com HIV/Aids quanto aos efeitos da soropositividade sobre suas escolhas reprodutivas. Optou-se pelo delineamento qualitativo com uso de entrevista individual semi-estruturada com trinta mulheres HIV positivas em idade reprodutiva. A maior parte delas (n=18 afirmou que a soropositividade modificou o desejo de ter filhos. As categorias de motivos mais freqüentes foram o receio do risco de transmissão do HIV para o bebê e soropositividade como sinônimo de morte. Os resultados sinalizam a necessidade de que os serviços atuem em consonância com os programas de atenção integral à saúde da mulher e os princípios do Sistema Único de Saúde, acolhendo e respeitando as decisões reprodutivas de mulheres soropositivas.AIDS epidemiological profile indicates a feminine trend particularly among those in the reproductive age. The study investigated the HIV positive women perception of the seropositivity effects on their reproductive choices. It was chosen a qualitative research design with the use of semi-structured individual interviews with thirty HIV positive women in their reproductive age. As the most frequent categories of reasons, most women reported they did not wish to have children, showing the fear of HIV transmission to the baby and seropositivity as a synonym of death. The findings indicate the need for the services in HIV/AIDS to act in line with the programs of comprehensive health care of women and the principles of Brazilian Health System, respecting the reproductive decisions of seropositive women.

  11. Os direitos da mulher à terra e os movimentos sociais rurais na reforma agrária brasileira

    OpenAIRE

    Deere,Carmen Diana

    2004-01-01

    Este artigo examina a evolução da reivindicação dos direitos da mulher à terra na reforma agrária brasileira sob o prisma dos três principais movimentos sociais rurais: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), os sindicatos rurais e o movimento autônomo de mulheres rurais. O mérito maior por levantar a questão dos direitos da mulher à terra é das mulheres dentro dos sindicatos rurais. Os direitos formais das mulheres à terra foram conseguidos na reforma constitucional de 1988, e ...

  12. Enfermagem à mulher em tratamento quimioterápico: uma análise compreensiva do assistir

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Caldas Camargo

    1998-09-01

    Full Text Available Este estudo surgiu a partir de minhas reflexões como enfermeira da Central de Quimioterapia do Hospital Luiza Gomes de Lemos, do Instituto Nacional de Câncer (Inca, e como aluna do curso de mestrado da Escola de Enfermagem Anna Nery-UFRJ. Estar elaborando a dissertação de mestrado utilizando o referencial filosófico de Martin Heidegger, possibilitou-me refletir sobre o agir profissional da equipe de enfermagem, mediada pelo pensamento deste filósofo. Nesta pesquisa, observei situações do meu dia-a-dia e registrei-as refletindo sobre aproximações e distanciamentos da assistência de enfermagem no cenário acima descrito, com o intuito de analisá-las à luz do pensamento heideggeriano.Tratou-se também de uma reflexão sobre questões emergentes do processo de pesquisar e da prática de assistir que pôde propiciar um outro saber para a assistência de enfermagem à mulher em tratamento quimioterápico. Pude, assim, vislumbrar a assistência de enfermagem por uma outra ótica, aquela da compreensão como possibilidade do agir profissional.

  13. Mulheres soropositivas para o HIV e seus companheiros frente à decisão pela gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Peixoto Cordova

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, que objetivou investigar os motivos que levam mulheres soropositivas para o HIV e seus companheiros a decidirem engravidar, tendo em vista o risco da transmissão vertical e da contaminação ou reinfecção do parceiro. Participaram do estudo seis gestantes. A coleta de dados foi realizada por questionário semiestruturado, sendo os dados organizados no software NVivo 2.0 e interpretados por meio da análise de conteúdo do tipo temática. Da análise emergiram três temas: Planejamento da Gravidez; Conhecimento sobre Transmissão e Tratamento do HIV/AIDS; Vivendo no Contexto HIV/AIDS. A importância do estudo reside no fato de que, apesar do risco da transmissão vertical e da contaminação do parceiro ser conhecido pelo casal, isto não interfere no desejo de serem pais.

  14. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Helena Simões-Barbosa

    Full Text Available Resumo: O artigo discute o abuso de drogas e os transtornos alimentares sob as perspectivas críticas de gênero e do cuidado em saúde. Postula-se que o sofrimento subjetivo pode se expressar no corpo por meio das doenças psicossomáticas. Nessa perspectiva, a insaciável fome consumista das drogas ou de bens supérfluos, bem como o adoecimento pela fome voluntária em busca de um ideal de esbeltez, como na anorexia e bulimia, podem ser sintomas que denunciam o sofrimento feminino. Uma revisão nos campos da saúde coletiva e das teorias feministas destaca a magnitude dos fenômenos da medicalização e mercantilização da saúde presentes na psiquiatrização do mal-estar feminino. Na transição de gênero das sociedades capitalistas, as cobranças sociais pelo desempenho dos velhos e novos papéis femininos acentuam sentimentos de inadequação, traduzidos no mal-estar de gênero que circunda o abuso de drogas e os transtornos alimentares, analisados como patologias de protesto. Propõe-se o resgate do ideário do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, orientado pela integralidade, para enfrentar tais desafios.

  15. Expectativas e sentimentos de mulheres que esperam por tratamento de reprodução humana Expectations and feelings of women awaiting human reproduction treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Valença Fontenele

    2013-01-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa com o objetivo de verificar as opiniões, as emoções e os sentimentos de mulheres laqueadas acerca da expectativa pelo tratamento de reprodução humana assistida num ambulatório especializado. As entrevistas foram realizadas em um hospital da rede pública de saúde, na Região Sudeste do Brasil, São Paulo, com 16 mulheres esterilizadas. Como resultados, as seguintes temáticas foram as mais frequentes: ansiedade, assombro do tempo e "des-atenção" dos profissionais de saúde, que foram vivenciados nos momentos em que os sentimentos de solidão e abandono se mostraram mais agudos sob a perspectiva das mulheres. Do estudo emerge a necessidade de se pensar estratégias de atenção e cuidado junto a essa população específica no campo da saúde, visando melhorar seu conforto emocional por meio de um diálogo franco entre mulheres e profissionais de saúde.This paper aimed to investigate the opinions, emotions and feelings of sterilized women awaiting assisted human reproduction treatment in a specialized sector of a public hospital. Sixteen sterilized women were interviewed in the health care department of a public hospital in São Paulo, southeastern Brazil, as to their experiences while they had been awaiting treatment. The feelings referred to were: anxiety, the fear of taking up the time of the health personnel, and fear of their dis-attention, experienced during the moments when the women's feelings of loneliness and abandonment became most acute. It is evident from this study that there is a need to create strategies to guarantee that this specific population in the health field receive adequate attention and care, with a view to ensuring their emotional comfort, through a straightforward dialogue among women and healthcare professionals.

  16. Qualidade de vida, estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Scheibler

    2016-11-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida, o estado nutricional e o consumo alimentar de mulheres diagnosticadas com câncer de mama em quimioterapia. Métodos: Estudo transversal e analítico envolvendo 70 mulheres, de 30 a 59 anos, em um hospital do Rio Grande do Sul, no período de maio a outubro de 2015. Aplicou-se o questionário European Organization for Research and Treatment of Câncer Quality of Life Questionnaire C30 (EORTC QLQ- C30. As variáveis antropométricas coletadas foram: peso atual, altura, circunferência braquial, circunferência da cintura, circunferência do quadril e prega cutânea tricipital. O consumo alimentar foi avaliado pelo recordatório alimentar de 24 horas. Resultados: Sobrepeso e obesidade foram encontrados respectivamente em 37,1% e 37% das mulheres de acordo com o índice de massa corporal. A média do consumo de calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro foi significativamente inferior à recomendação, com destaque para nutrientes como fibras (91,4% dos casos, cálcio (87,7% dos casos e ferro (mais de 90% dos casos. No entanto, o consumo médio de proteínas (72,9% dos casos > 15% do VCT e vitamina C (mais de 50% dos casos foi superior ao recomendado. Conclusão: A qualidade de vida das mulheres com câncer de mama em quimioterapia foi considerada baixa e elas apresentaram uma elevada prevalência de sobrepeso e obesidade. Além disso, o consumo alimentar foi superior à recomendação para proteínas e vitamina C, e inferior para calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro. Não foi observada associação significativa entre qualidade de vida e estado nutricional.

  17. O corpo e a saúde da mulher El cuerpo y la salud de la mujer Woman's health and the body

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulce Maria Rosa Gualda

    2009-12-01

    Full Text Available O artigo teve como objetivo realizar uma reflexão teórica sobre corpo durante eventos no curso da vida da mulher na perspectiva teórica fenomenológica e os métodos de pesquisa usados na sua abordagem, conduzidas por docentes da área da Saúde da Mulher da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Esta temática foi escolhida em decorrência da centralidade adquirida pelo corpo na sociedade atual e a relevância do tema. Neste texto mostramos sua aplicabilidade na área da Saúde da Mulher, os resultados de algumas pesquisas com diferentes métodos, tendo como foco o corpo em eventos do curso da vida da mulher.El estudio tuvo como objetivo hacer una reflexión teórica sobre la temática del cuerpo durante los eventos del curso de la vida de la mujer en la perspectiva fenomenológica y los métodos de investigación utilizados en su enfoque, dirigidos por profesores del area de Salud de la Mujer en la Escuela de Enfermería de la Universidad de São Paulo. Este tema fue elegido debido a la centralización adquirida por el cuerpo en la sociedad contemporánea y la importancia del tema. En este trabajo se presenta su aplicabilidad en el ámbito de la salud de la mujer, los resultados de algunos estudios sobre los diferentes métodos, centrados en el cuerpo acerca de los acontecimientos del curso de la vida de la mujer.The study aimed to develop a theoretical reflection on the thematic "body" during woman´s life course events in the phenomenological perspective and the research methods used in their approach, led by faculty of Women´s Health area at the School of Nursing, University of São Paulo. This theme was chosen due to the centrality acquired by the body in contemporary society and the relevance of the topic. In this paper we show its applicability in the field of Women's Health, the results of some studies using different methods, focusing on the body on woman´s life course events.

  18. Sentidos e Processos Psicossociais envolvidos na Inclusão pelo Trabalho na Saúde Mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiz Candeloro Pedroso de Moraes

    Full Text Available Resumo As mudanças teóricas, políticas e sociais no campo da reabilitação psicossocial têm trazido novas possibilidades de investigação da prática. Neste artigo, investigamos os processos psicossociais que influenciam no trabalho solidário dos sujeitos da Saúde Mental, enfatizando cotidiano e sentidos. O método que utilizamos é orientado pela concepção de mundo da Psicologia Sócio-histórica, sendo uma pesquisa de epistemologia qualitativa. Realizamos um estudo de caso com inspiração etnográfica, por meio de entrevistas e observações participantes em uma cooperativa de reciclagem em Santos, Brasil. Os sujeitos entrevistados foram seis homens e quatro mulheres e, do total, oito são usuários dos serviços de Saúde Mental e dois são técnicos. A maioria tem mais de 50 anos, não completou o ensino fundamental e trabalha na cooperativa há mais de três anos. A análise pela Hermenêutica de Profundidade resultou que, entre complexas relações institucionais, os cooperados trazem sentidos positivos ao trabalho, seja pelo afeto, pelo retorno financeiro ou pelas reconfigurações familiares e sociais. Estas novas formas de sociabilidade vêm destruindo as barreiras da dialética exclusão/inclusão social e desmistificando o preconceito com o louco e o pobre. A não competição, aliada à participação social e uma cultura solidária, tende a potencializar estes projetos e seus sujeitos.

  19. Countertransference in the initial visit of women victims of sexual violence Contratransferência no atendimento inicial de mulheres vítimas de violência sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Eizirik

    2011-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify demographic and clinical correlates associated with therapists' countertransference feelings on the first visit of women victims of sexual violence. METHOD: Forty patients were seen by 26 therapists, during 2 consecutive years, at the Center for the Study and Treatment of Psychological Trauma, Hospital de Clínicas de Porto Alegre , Brazil. After the first visit with the patient, the therapist completed the Assessment of Countertransference Scale and the patient was evaluated with the Davidson Trauma Scale, the Standardized Assessment of Personality - Abbreviated Scale, the Beck Depression Inventory, and the Defense Style Questionnaire. RESULTS:The therapists showed a predominance of feelings of closeness (Mean = 5.42, SD = 1.25 in relation to the feelings of indifference (Mean = 1.82, SD = 1.22 and distance (Mean = 1.57, SD = 1.08 [p OBJETIVO: Identificar os correlatos demográficos e clínicos associados com sentimentos contratransferenciais de terapeutas na primeira consulta de mulheres vítimas de violência sexual. MÉTODO: Quarenta pacientes foram atendidas por 26 terapeutas, ao longo de dois anos consecutivos, no Núcleo de Estudos e Tratamento do Trauma Psíquico do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. Após a primeira consulta com a paciente, o terapeuta preenchia a Escala para Avaliação da Contratransferência. Os pacientes foram avaliados com a Escala Davidson de Trauma, a Standardized Assessment of Personality - Abbreviated Scale, o Inventário de Depressão de Beck, e a versão em português do Defense Style Questionaire. RESULTADOS: Os terapeutas apresentaram predominantemente sentimentos de proximidade (Mean = 5,42, SD = 1,25 em comparação aos sentimentos de indiferença (Mean = 1,82, SD = 1,22 e de distanciamento (Mean = 1,57, SD = 1,08 [p < 0,001]. As análises multivariadas revelaram a ausência de associações entre os sentimentos contratransferenciais e características clínicas dos

  20. Qualidade de vida e sexualidade de mulheres tratadas de câncer de mama Quality of life and sexuality of women treated for breast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Ribeiro Huguet

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a qualidade de vida e aspectos da sexualidade de mulheres com câncer de mama segundo o tipo de cirurgia e características sociodemográficas. MÉTODOS: realizou-se um estudo de corte transversal com 110 mulheres tratadas há pelo menos um ano por câncer de mama no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da UNICAMP. A qualidade de vida foi avaliada por meio do questionário WHOQOL-bref e as questões sobre sexualidade, por um questionário específico, no qual se utilizou o coeficiente alpha de Cronbach para verificar validade e concordância das respostas (alpha=0,72 e a técnica de análise fatorial com critério de autovalor e rotação máxima de variância, resultando em dois componentes assim denominados: intrínseco ou intimidade (como a mulher se vê sexualmente e extrínseco ou atratividade (como a mulher acredita que os outros a veem sexualmente. As variáveis sociodemográficas foram avaliadas nos domínios do questionário da OMS e nos componentes de sexualidade por meio do teste de Kruskal-Wallis seguido pelo teste de Mann-Whitney e pela correlação de Spearman. RESULTADOS: idade, escolaridade, tipo de cirurgia e tempo desde a cirurgia não influenciaram a qualidade de vida nos domínios físico, meio ambiente, psicológico e relações sociais. Mulheres com relacionamento marital estável tiveram escores maiores nos domínios psíquico (p=0,04 e relações sociais (p=0,02. Maior nível socioeconômico influenciou a qualidade de vida nos domínios físico (p=0,01 e meio ambiente (p=0,002. Em relação à sexualidade, houve influência da idade no componente extrínseco (p=0,0158. Mulheres com relacionamento marital estável tiveram escores maiores de qualidade de vida em ambos os componentes de sexualidade. Maior escolaridade influenciou positivamente no fator intrínseco. Mulheres submetidas à quadrantectomia ou à mastectomia com reconstrução imediata apresentaram melhores escores em relação

  1. Adesão ao tratamento anti-hipertensivo: análise pelo Teste de Morisky-Green*

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Palota Eid

    2013-06-01

    Full Text Available Considerando que a adesão ao tratamento é um desafio para o controle da hipertensão arterial sistêmica (HAS, este estudo teve como objetivo caracterizar os sujeitos da pesquisa segundo as variáveis sóciodemograficas e econômicas e avaliar o nível de adesão pelo Teste de Morisky-Green. Trata-se de estudo descritivo transversal de abordagem quantitativa, realizado com 90 hipertensos em um Centro de Saúde. O instrumento utilizado para coleta de dados foi o Teste de Morisky-Green (TMG. Os resultados mostraram que 63,0% da amostra eram mulheres e a média de idade foi de 66 anos, sendo que 72,2% não apresentaram adesão ao tratamento medicamentoso, corroborando pesquisas realizadas sobre adesão. Conclui-se que este estudo pode proporcionar subsídios para intervenções sobre a assistência aos pacientes com HAS, com a finalidade de aumentar as taxas de adesão e a qualidade de vida.

  2. A discriminação de mulheres travestis e transexuais no mercado de trabalho

    OpenAIRE

    Licciardi, Norma; Waitmann, Gabriel; Oliveira, Matheus Henrique Marques de

    2015-01-01

    Mulheres travestis e transexuais brasileiras sofrem o desamparo no meio familiar, acadêmico, laboral e social desde o momento em que assumem sua identidade transgênera. Para melhorar essa realidade, cabe olharmos através do viés social dos Recursos Humanos e estudar a inclusão dessas mulheres no mercado formal de trabalho, em contrapartida às estatísticas que reduzem esse contingente populacional à prostituição ou a empregos informais. Por meio de depoimentos colhidos com mulheres transgênera...

  3. Mulher, saúde e trabalho no Brasil: desafios para um novo agir Women, health, and labor in Brazil: challenges for new action

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Maria L. de Aquino

    1995-06-01

    Full Text Available Apesar do marcante aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, no Brasil, persiste um desconhecimento generalizado sobre os efeitos do trabalho sobre sua saúde. Neste artigo, em revisão da literatura, pretendeu-se identificar questões teóricas e metodológicas na análise das relações entre trabalho e saúde de mulheres a partir de uma perspectiva de gênero. Assinala-se as características da inserção profissional feminina, decorrentes de seu papel na reprodução social, que resultam na necessidade de estratégias variadas de conciliação entre as atividades profissionais e as domésticas. Discute-se as implicações da inserção social das mulheres trabalhadoras para a sua saúde e a necessidade de repensar criticamente teorias e conceitos, estratégias metodológicas, fontes de informação, para dar conta da complexidade e das especificidades das condições de trabalho e de existência das mulheres. A recente atuação das mulheres sindicalistas na defesa do direito ao corpo, à saúde e à feminilidade no ambiente de trabalho não pode prescindir de um novo olhar, que se produz de modo ainda incipiente no espaço acadêmico, por inspiração do movimento social de mulheres. Nesse sentido, apontam-se os desafios para a produção do conhecimento sobre o tema, que desvendem as singularidades da realidade nacional, caracterizada pelo desemprego, o trabalho informal, os baixos salários, a fragilidade das organizações sindicais e sociais, além de relações tradicionais familiares e matrimoniais.Despite the remarkable rise in women's participation in the labor market in Brazil, its consequences on health are still virtually unknown. This study aims to identify theoretical and methodological problems in the relationship between labor and women's health from a gender perspective. Characteristics of women's occupational placement are described and analyzed as resulting from their role in social reproduction. The

  4. Consulta coletiva: o espaço da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulcéa Machado Martins

    1991-06-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido no S/CMS "Píndaro de Carvalho Rodrigues", Rio de Janeiro, 1988, por assistente social, nutricionista, enfermeira e médica. Teve como objetivos: melhorar a qualidade de atendimento; discutir os resultados dos exames, o tratamento e a importância do preventivo para a saúde da mulher; propiciar à mulher um fórum de discussões de suas questões; contribuir para a reciclagem dos profissionais, através da troca de experiências e de informações. A metodologia utilizada constou de agendamento para consulta subseqüente; avaliação dos resultados dos exames; estabelecimento da terapêutica; discussão coletiva dos resultados dos exames entre equipe e usuárias; discussão livre sobre temas de interesse das mulheres. Obtivemos como resultados: o aumento da oferta de consultas de primeira vez em 42,7%; do tempo de consulta em dez minutos por cliente; da cobertura de exame preventivo e de mamas; rastreamento de sífilis e gonorréia; melhora na qualidade do atendimento à mulher, enquanto ser integral: valorização de suas experiências e vivências, seja na discussão de queixas e problemas, seja na avaliação dos serviços de saúde. A relevância deste trabalho pode ser evidenciada no fato de ser uma experiência pouco comum, podendo servir como ponto de referência para a discussão sobre o aumento da oferta de consultas, aliado à qualidade no atendimento.This experience took place in a Medical Center, in Rio de Janeiro, in 1988. The group responsible for it included a social worker, a nutritionist, a nurse and a gynecologist. The aims were: to offer better health care; to discuss the importance, the results and the appropriate therapies of the Pap smear; to offer women an opportunity to meet and discuss their problems, experiences, desires, expectations; and to offer to the health professionals the opportunity to re-think their own practices. The methodology used was characterized by making appointments for

  5. MARIA, MODELO DE LIBERTAÇÃO DA MULHER?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inger Hjuler Bergeon

    1986-01-01

    Full Text Available Para responder à questão de saber como uma mulher protestante, vivendo num país industrializado como a Dinamarca, vê a Teologia da Libertação da América Latina, basear-me-ei sobre experiências concretas da vida dos pobres e sobre estudos teóricos da Teologia da Libertação. Os dois modos de aproximação estão unidos de maneira indissolúvel. Desde 1976, trabalhei com os "trapeiros de Emaús" (movimento fundado por Abbé Pierre, na França e na Dinamarca. Foi o que me abriu os olhos, por um lado para a situação dos marginalizados nos países da Europa Ocidental, e por outro para as relações entre países ricos e países pobres.

  6. A importância da equoterapia como instrumento de apoio no processo de ensino e aprendizagem de crianças atendidas nesta modalidade terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gracielle Pinheiro da Silva Andrade

    2014-07-01

    Full Text Available Este artigo aborda a importância da equoterapia como instrumento de apoio no processo de ensino e aprendizagem de crianças atendidas nesta modalidade terapêutica. Impulsionou este trabalho o intuito de analisar como ocorrem as relações entre equoterapia e as evoluções pedagógicas do aluno. Foi uma pesquisa qualitativa de observação participante. A definição de equoterapia fundamenta-se em um método terapêutico e educacional, utilizando-se o cavalo numa abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação. A equoterapia representa um alcance, muitas vezes, alternativo e positivo para o desenvolvimento biopsicossocial do individuo, principalmente, com necessidades educativas especiais.Palavras-chave: Equoterapia; ensino-aprendizagem; necessidades educativas especiais.

  7. Características das mulheres violentadas sexualmente e da adesão ao seguimento ambulatorial: tendências observadas ao longo dos anos em um serviço de referência em Campinas, São Paulo, Brasil Characteristics of women victims of sexual violence and their compliance with outpatient follow-up: time trends at a referral center in Campinas, São Paulo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Tadayuki Oshikata

    2011-04-01

    Full Text Available A violência sexual é um crime praticado contra a integridade e a liberdade sexual de uma pessoa. Atinge mulheres de todos os níveis socioeconômicos, e o agressor não escolhe a cor e nem a idade da vítima para agredi-las. É causa de elevado custo financeiro ao país e grave problema de saúde pública. Este estudo teve como objetivo avaliar a evolução da adesão de mulheres vítimas de violência sexual ao seguimento ambulatorial, as quais foram atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre janeiro de 2000 a dezembro de 2006. Observamos um aumento significativo no retorno às consultas agendadas. Em 2000, 41% das mulheres completavam o seguimento de seis meses, e, em 2006, o índice aumentou para 70%. Cerca de 70% das mulheres compareceram nas primeiras 24 horas após serem agredidas; a agressão por conhecidos triplicou ao longo dos anos. Houve mudanças na forma de intimidação e diminuição significativa na prescrição da anticoncepção de emergência.Sexual violence is a crime against individual integrity and sexual freedom. It affects women of all socioeconomic levels, and the perpetrator does not choose the victim's color or age. It is a source of high financial cost and a serious public health problem in Brazil. The current study aimed to assess compliance with outpatient follow-up by women victims of sexual violence treated at the Center for Women's Comprehensive Healthcare at the State University in Campinas, São Paulo State, from January 2000 to December 2006. We observed a significant increase in the return for scheduled appointments. In 2000, 41% of the women completed the six-month follow-up, and by 2006 the proportion had increased to 70%. Some 70% of the women appeared for treatment within 24 hours after being raped. Sexual assault by perpetrators known to the victims tripled during this same period. There were changes in the forms of intimidation and a

  8. Absorção intestinal de D-xilose em crianças infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PERIN Nilza Medeiros

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivos - Avaliar a absorção intestinal em crianças de 18 meses a 14 anos infectadas pelo HIV, atendidas em uma unidade de ambulatório e verificar se existe associação entre má absorção, diarréia, estado nutricional, alteração imunológica, parasitas entéricos clássicos e Cryptosporidium. Metodologia - A absorção intestinal foi investigada utilizando-se a medida da D-xilose sérica. Amostras fecais foram colhidas para a pesquisa de pátogenos entéricos clássicos e Cryptosporidium. O tamanho da amostra foi calculado considerando a prevalência de 30% com precisão de 5% de alteração na absorção da D-xilose em crianças infectadas pelo HIV. Os procedimentos estatísticos utilizados foram: medidas descritivas, análise de correspondência múltipla e regressão logística. Resultados - Das 104 crianças estudadas, somente 8 (7,7% apresentaram o teste da D-xilose alterado e 33 (31,73% foram positivas para Cryptosporidium. A análise de correspondência múltipla aplicada aos dados encontrados sugeriu a associação entre o teste da D-xilose alterado e a presença de Cryptosporidium. Não se encontrou associação entre o teste alterado e diarréia, estado nutricional, alteração imunológica e parasistas entéricos clássicos. Conclusões - A má absorção intestinal avaliada pelo teste da D-xilose foi infreqüente nas crianças HIV positivas estudadas. O comprometimento intestinal, quando presente, parece estar relacionado com a presença de Cryptosporidium, porém não com diarréia, estado nutricional, alteração imunológica e parasistas entéricos clássicos.

  9. Idade pulmonar em mulheres com obesidade mórbida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Sobral Peixoto-Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência da obesidade mórbida na idade pulmonar de mulheres e correlacionar com a massa corporal, índice de massa corporal (IMC e variáveis ventilatórias. MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado com 72 obesas mórbidas e grupo controle constituído de mulheres eutróficas. As voluntárias realizaram um teste de função pulmonar para determinação da idade pulmonar e os resultados foram correlacionados com as variáveis antropométricas e volumes pulmonares. RESULTADOS: As obesas mórbidas apresentaram uma idade pulmonar significativamente superior (50,1 ± 6,8 anos às eutróficas (38,8 ± 11,4 anos. Não houve diferença entre a idade cronológica entre os grupos. Houve uma correlação significativa e positiva entre idade cronológica, massa corporal e IMC com a idade pulmonar (r = 0,3647, 0,4182, 0,3743, respectivamente. Houve uma correlação negativa entre a capacidade vital forçada (CVF, volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1, razão (VEF1/CVF e volume de reserva expiratório (VRE com a idade pulmonar (r = -0.7565, -0.8769, -0.2723, -0.2417, respectivamente. CONCLUSÃO: A idade pulmonar das obesas mórbidas encontra-se aumentada e está associada com o aumento da massa corporal e IMC.

  10. Amor bandido: Cartografia da mulher no universo prisional masculino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Bassani

    2011-04-01

    Full Text Available Prática histórica e maciçamente utilizada nas prisões brasileiras, a visita íntima mobiliza semanalmente milhares de mulheres que enfrentam longas filas, revistas corporais e condições insalubres por um rápido momento com seus parceiros. Este artigo busca cartografar a relação estabelecida entre as mulheres visitantes, seus companheiros e a instituição prisional, tendo por base pesquisa realizada em uma penitenciária do Rio Grande do Sul. Os dados foram apreendidos e entrelaçados a partir da ótica das relações de poder que atuam no território carcerário, produzindo novas formas de subjetivação e distintas práticas grupais. A traditional and commonly used practice in Brazilian prison facilities, the intimate visit is the cause for thousands of women waiting in long queues, to be body searched and subjected to insalubrious conditions for a quick moment with their partners. Outlaw Love: Mapping Women in the Male Prison Universe attempts to map the relation established between visiting women, their companions and the prison institution, based on a survey conducted at a prison in Rio Grande do Sul. The data were gathered and correlated from the perspective of the power relations at work in the prison territory, producing new forms of subjectivation and distinct group practices. Key words: prison, intimate visit, women, prison subculture

  11. Biotransformación del pelo residual de curtiembres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Viviana Numpaque

    2016-12-01

    Full Text Available La industria de curtiembres genera una alta carga contaminante representada por residuos líquidos, sólidos y gaseosos. Entre los residuos sólidos, el pelo residual es vertido directamente al río Bogotá y/o en rellenos sanitarios, desencadenando serios conflictos de orden ambiental, social y económico. El objetivo de esta investigación fue evaluar la capacidad de los microorganismos del EM y Agroplux en la transformación del pelo residual en compost. Se evaluaron tres tratamientos con pelo residual y materiales orgánicos de plaza en diferentes porcentajes y dos controles, utilizando el diseño completamente al azar, con tres repeticiones. Durante el compostaje se determinaron las variables temperatura, formación de agregados, pH y conductividad eléctrica. El desarrollo de la temperatura ocurrió en ciclos que concordaron con los volteos y re-inoculaciones. En el tercer ciclo el mayor incremento de temperatura fue obtenido en los tres tratamientos, cuando ya se había agotado la mayor parte de los residuos orgánicos. La formación de agregados indicó que el proceso se llevó a efecto principalmente en el tratamiento con 20% de pelo residual más 80% de residuos orgánicos. Además de su color oscuro y la ausencia de olor y fragmentos, el compost producido mediante dicho tratamiento mostró la conductividad eléctrica más baja y un pH casi neutro. Se concluye que los microorganismos del EM y Agroplux tienen capacidad para transformar el pelo residual en compost y por lo tanto representan una alternativa viable para la continuación del funcionamiento de la industria de curtiembres en Villapinzón (Cundinamarca y en otras regiones de Colombia.

  12. Saúde mental e economia solidária: a família na inclusão pelo trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Lúcia Alves Filizola

    2011-04-01

    Full Text Available A Reforma Psiquiátrica traz à tona a inclusão social pelo trabalho na perspectiva da Economia Solidária e envolvimento familiar. Em município do interior paulista foi criado empreendimento solidário de usuários do Centro de Atenção Psicossocial. Esta pesquisa qualitativa teve como objetivos: identificar a composição e relações das famílias de integrantes desse empreendimento; conhecer as percepções dos familiares sobre a inclusão pelo trabalho dos usuários e a possibilidade de protagonismo da família nesse processo. Foram realizadas entrevistas, utilizando o genograma e ecomapa Modelo Calgary de Avaliação da Família e questões abertas sobre as percepções das famílias, pautadas na análise de conteúdo. Os resultados mostram que a maioria das famílias é nuclear, chefiada por mulheres. A maior parte dos usuários não apresenta relação familiar conflituosa e os que relatam apresentar, referem-se aos pais. Reconhecem a importância do trabalho como espaço de criação de sentidos e novas relações e apontam várias formas para o co-envolvimento.

  13. História reprodutiva de mulheres laqueadas Historia de la reproducción de mujeres con ligadura de trompas Reproductive history of women with tubal ligation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Izabel Oliveira Nicolau

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar o perfil obstétrico de mulheres laqueadas e a existência de associação com variáveis sóciodemográficas e sexuais. Métodos: Estudo quantitativo, retrospectivo e documental, desenvolvido em um Centro de Parto Natural em julho de 2008, na cidade de Fortaleza-CE. A amostra foi composta por 277 prontuários de usuárias laqueadas. RESULTADOS: Houve alto número de gestações associado à baixa escolaridade, início precoce da vida sexual e escassa utilização pregressa de métodos contraceptivos reversíveis, alta freqüência de partos cesarianos e abortos. CONCLUSÃO: O perfil encontrado reafirma a necessidade de fortalecer as orientações e a troca de informação no planejamento famíliar entre profissionais de saúde e a população atendida, estimular a participação masculina e garantir o acesso aos diversos métodos contraceptivos.OBJETIVO: Investigar el perfil obstétrico de mujeres con ligadura de trompas y la existencia de asociación con variables socio-demográficas y sexuales. MÉTODOS: Se trata de un estudio cuantitativo, retrospectivo y documental, desarrollado en un Centro de Parto Natural, en julio de 2008, en la ciudad de Fortaleza-CE. La muestra fue composta por 277 fichas médicas de pacientes que hicieron ligadura de las trompas. RESULTADOS: Hubo un alto número de gestaciones asociadas a: baja escolaridad, inicio precoz de la vida sexual, escasa utilización anterior de métodos contraceptivos reversibles, y alta frecuencia de partos por cesárea y abortos. CONCLUSIÓN: El perfil encontrado reafirma la necesidad de: fortalecer las orientaciones y el intercambio de informaciones en la planificación familiar entre profesionales de la salud y la población atendida; estimular la participación masculina; y, garantizar el acceso a los diversos métodos contraceptivos.OBJECTIVE: To investigate the obstetric profile of women with tubal ligation and the existence of association with socio

  14. Vivências da mulher a ser mastectomizada: esclarecimentos e orientações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Ferreira Ventura Bittencourt

    2002-08-01

    Full Text Available Com vistas a compreender o significado que a mulher com câncer de mama atribui ao vir-a-ser-mastectomizada, fundamentei-me na abordagem fenomenológica. A análise compreensiva dos depoimentos de sete mulheres, desvelou que a carência do cuidar se insere no mundo-vida dessas mulheres, sobressaindo principalmente a carência das informações negadas, ou seja, na falta de esclarecimento e orientação, O estudo aponta para o enfoque de um cuidado, que busque contemplar a integralidade da mulher, em seus aspectos físicos, como também em seus aspectos emocionais, sociais e sobretudo no envolvimento da equipe multidisciplinar.

  15. Lesões buco-dentais em mulheres em situação de violência: um estudo piloto de casos periciados no IML de Belo Horizonte, MG Mouth-dental injuries in women violence victims: a pilot study of registered cases in the Legal Medical Institute of Belo Horizonte, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson José Carpintero Rezende

    2007-06-01

    Full Text Available A violência tem mostrado tendência ascendente, nos últimos anos, no Brasil. Nesse cenário, a violência sofrida pela mulher vem-se tornando mais visível à sociedade a partir das denúncias de agressões sofridas. Este estudo se propõe a descrever dados referentes às lesões corporais na região peribucal em mulheres que sofreram agressão. Foram analisados os registros e laudos encaminhados ao setor de Odontologia do IML de Belo Horizonte, referentes ao período de janeiro de 2001 a junho de 2002. Neste período, foram atendidas 108 mulheres. A faixa etária predominante foi a de 20 a 39 anos (70,4%. A maioria dessas mulheres declarou: ser solteira (63,0% e ser natural do interior do Estado (48,1%. Quanto à ocupação encontrou-se: 24% que realizam trabalhos domésticos, 21% que são donas-de-casa e 14% que trabalham no comércio. A proporção de mulheres procedentes das Delegacias Seccionais foi maior do que aquelas encaminhadas pelas Delegacias de Mulheres. A lesão de tecido mole mais freqüente foi a laceração; a de tecidos duros e da polpa foram as fraturas de esmalte e dentina sem complicações; a de tecidos periodontais foi a concussão; e foram observadas duas lesões em tecidos ósseos. O estudo permitiu constatar a necessidade de uma coleta de dados mais cuidadosa nos exames periciais, de modo a disponibilizar informação mais detalhada da violência contra as mulheres; além disso, revelou que as lesões buco-dentais são freqüentes e representam uma grande demanda para os serviços odontológicos de saúde pública que prestam esse atendimento.Violence has been a growing problem in the past years in Brazil. Violence against women has become clearer to society after victims started filing accusations of aggression. This study aims to describe data on lesions in women, victims of aggression in the region of the mouth, sent to the Dental Sector of the Legal Medical Institute in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. The

  16. Mumps meningoencephalitis: an epidemiological approach Meningoencefalite pelo vírus da caxumba: abordagem epidemiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo Leboreiro-Fernandez

    1997-01-01

    Full Text Available The aim of this study was to analyse distribution of meningoencefalitis caused by mumps viras in children related to sex, age and seasonal influences. Thirty seven children were evaluated, ages ranging from 2 to 14 years. They were seen at Emergency Unit of Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro and at Hospital da Criança, in Uberaba-MG, Brazil, from March 1st 1991 to February 1st 1993 and they were hospitalized for about 5 days. Through a protocol findings were studied during hospitalization and clinical course stressing epidemiology, symptomatology, cerebrospinal fluid studies, electroencephalogram and cortical function analysis. Only epidemiological data were considered in the present study. Data analysis revealed male predominance, at a range from 5 to 9 years and great number of occurrences at the last quarter of the year.O presente trabalho tem por objetivo, estudar a distribuição quanto ao sexo, idade e sazonalidade, em crianças com meningencefalite pelo vírus da caxumba. Foram avaliadas 37 crianças, com idades variando de 2 a 14 anos, atendidas no Pronto-Socorro do Hospital Escola da FMTM e do Hospital da Criança, MG, no período de 1-março-1991 a 1-fevereiro-1993 e hospitalizadas por período médio de 5 dias. Através de protocolo pré-elaborado foram estudados os achados obtidos por ocasião da internação e evolução, enfatizando-se a epidemiologia, sintomatologia, líquido cefalorraqueano, eletrencefalograma e função cortical. São considerados apenas os dados epidemiológicos, no presente estudo. A análise das informações pertinentes revela predomínio no sexo masculino, na faixa etária dos 5 aos 9 anos e maior número de casos no último trimestre do ano, correspondente à estação da primavera.

  17. Colpocitologia de mulheres com diagnostico de adenocarcinoma do colo do utero

    OpenAIRE

    Nascimento,Maria Isabel do; Rocha,Luana Bezerra da

    2014-01-01

    OBJETIVO: Analisar os achados citológicos de mulheres detectadas com adenocarcinoma do colo do útero, levando em conta o histórico da paciente no ano que antecedeu ao diagnóstico e a histopatologia das lesões. MÉTODOS: Este é um estudo comparativo, retrospectivo conduzido com dados de mulheres com adenocarcinoma ou com carcinoma escamoso do colo do útero detectados entre 2002 e 2008. Os laudos da citologia foram sintetizados de acordo com a termino...

  18. Perfil de retinol no soro e colostro de puérperas atendidas em maternidade pública Brasileira e sua associação com características maternas e obstétricas Perfil de retinol en el suero y calostro de puérperas atendidas en maternidad pública brasileña y su asociación con características maternas y obstétricas Serum and colostrum retinol profile in postpartum women in a Brazilian public maternity and its association with maternal and obstetric characteristics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Queiroz de Lira

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Definir o estado nutricional e estabelecer a prevalência de deficiência de vitamina A (DVA em puérperas atendidas em maternidade pública brasileira, além de avaliar a influência de características maternas e obstétricas sobre os níveis de retinol no soro e no colostro nessa população. MÉTODOS: Participaram do estudo de corte transversal 97 puérperas saudáveis classificadas quanto à idade, estado nutricional, paridade, via de parto, peso ao nascer e idade gestacional do recém-nascido. Três amostras de colostro e uma de soro foram coletadas em jejum no pós-parto imediato. O retinol foi analisado por cromatografia líquida de alta eficiência. Para caracterizar o estado nutricional em vitamina A, foi adotado ponto de corte para retinol no soro de 30µg/dL e, no colostro, de 60µg/dL. RESULTADOS: No grupo total de puérperas, a concentração média de 60µg/dL de retinol no colostro e 43µg/dL no soro indicou estado bioquímico adequado. No entanto, ao se avaliar individualmente, constatou-se alta prevalência de DVA subclínica no soro (15% e no colostro (50%. Não foi verificada influência das características maternas, obstétricas e do neonato sobre os níveis de retinol no soro e no colostro das mulheres (p>0,05. CONCLUSÕES: O risco de DVA pode ocorrer em gestantes/puérperas independentemente das características maternas e obstétricas consideradas. Esse fato reforça a necessidade da atenção especial ao acompanhamento pré-natal de todas as mulheres, a fim de prevenir a instalação da DVA e garantir a redução dos índices de morbimortalidade infantil e materna.OBJETIVO: Definir el estado nutricional y establecer la prevalencia de deficiencia de vitamina A (DVA en puérperas atendidas en maternidad pública brasileña, además de evaluar la influencia de características maternas y obstétricas sobre los niveles de retinol en el suero y el calostro en esta población. MÉTODOS: Participaron del estudio de

  19. Repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Wendt dos Santos

    2011-08-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um tema complexo pela multideterminação de elementos de análises que nela convergem. Esta pesquisa objetivou caracterizar a repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento. O estudo foi exploratório-descritivo e adotou a metodologia qualitativa, sendo as participantes 10 mulheres agredidas que prestaram queixa em uma Delegacia da Mulher. A coleta de dados realizou-se por meio de entrevista semiestruturada, e para a análise dos dados utilizaram-se o software Atlas/ti 5.0 e a Teoria Fundamentada Empiricamente. Identificou-se a repercussão da violência na mulher por meio da insônia, da instabilidade emocional, da ideação suicida, do isolamento social e das estratégias de enfrentamento que foram focados no diálogo com amigos, familiares e colegas de trabalho; na busca de encontros sociais e no uso de medidas, tais como: tentativa de separação, saída de casa e denúncia. Considera-se que os dados obtidos subsidiam e qualificam intervenções e o atendimento de mulheres agredidas.

  20. "Tem mulher, tem preventivo": sentidos das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de Salvador, Bahia, Brasil

    OpenAIRE

    Rico, Ana María; Iriart, Jorge Alberto Bernstein

    2013-01-01

    O objetivo deste trabalho foi compreender os significados das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de bairros populares de Salvador, Bahia, Brasil. Trata-se de estudo qualitativo, baseado na análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres entre 24 e 68 anos. Os resultados evidenciam alta valorização do Papanicolaou, que é realizado como parte de exames de rotina, sem, no entanto, sustentar-se no conhecimento biomédico sobre as suas funções. Além d...

  1. Avaliação da qualidade de vida em mulheres com cancro da mama: Estudo exploratório com 55 mulheres angolanas

    OpenAIRE

    Duarte, Ilda da Conceição Afonso Sebastião

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde apresentada ao ISPA - Instituto Universitário Objetivo: Avaliar a QDV das mulheres angolanas, diagnosticadas com cancro da mama, tratadas no Centro Nacional de Oncologia (CNO)/Luanda e identificar o papel das variáveis sociodemográficas e clínicas, uma vez que as causas da observância desproporcional da morbimortalidade entre mulheres brancas e negras com essa doença, ainda não estão bem definidas, e as desvantagens apontadas na li...

  2. Tratamento da síndrome parkinsoniana pelo L-dopa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Melaragno

    1971-12-01

    Full Text Available O trabalho refere o tratamento com L-Dopa de 33 pacientes internados, sendo 19 homens e 14 mulheres. Os casos foram agrupados, segundo uma classificação esquemática, em leves, moderados, intensos e severos. As idades dos pacientes, previamente operados ou não, variaram de 42 a 78 anos. O esquema de medicação constou de administração de L-Dopa na dose inicial de 500 mg associado a um inibidor da MAO. A dose de L-Dopa era elevada de 500 mg cada 3 ou 4 dias, segundo a tolerância de cada paciente. Todos os sintomas dependentes, direta ou indiretamente, da rigidez tiveram melhoras mais nítidas em relação aos tremores. Durante a administração do medicamento os teores sangüíneos de ácido úrico e uréia, mostraram tendência para se elevar; a reserva alcalina, pelo contrário, tendeu para a diminuição; o hemograma revelou muitas vezes eosinofilia por vezes intensa. Os efeitos colaterais foram catalogados em dois tipos — efeitos adrenérgicos e efeitos dopaminérgicos — correspondentes a duas fases: uma primeira, de pequena duração, na qual foram usados concomitantemente o L-Dopa e um inibidor da MAO, surgindo cefaléia hipertensão arterial paroxística, rubor facial, sudorese, tenesmo vesical e angina pectoris; numa segunda fase surgiram os efeitos colaterais ditos dopaminérgicos, proporcionais à gravidade clínica do caso, cujas manifestações principais foram hipotensão arterial, sudorese fria, arritmia cardíaca e lipotimia. As complicações clínicas gerais eram representados habitualmente por anorexia, obstipação intestinal, náuseas, vômitos, discretas alterações do estado psíquico com depressão e euforia. Dentre as complicações neurológicas foram assinalados o estado parkinsonóide, discinesias e acatisia.

  3. Complicações obstétricas, eventos estressantes, violência e depressão durante a gravidez em adolescentes atendidas em unidade básica de saúde Obstetric complications, stressful life events, violence and depression during pregnancy in adolescents at primary care setting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Krauss Pereira

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A depressão é um transtorno psiquiátrico comum entre as adolescentes grávidas e está associada a diversos fatores de risco. OBJETIVOS: Estimar a prevalência da depressão em adolescentes grávidas e identificar os principais fatores de risco. MÉTODOS: Dados seccionais foram coletados de 120 gestantes adolescentes atendidas em uma unidade básica de saúde do Rio de Janeiro. Os instrumentos utilizados foram o Composite International Diagnostic Interview (CIDI, para diagnosticar a depressão; a escala Stressful Life Events, para avaliar a presença de eventos estressantes; o Abuse Assessment Screen (AAS, para o rastreamento de violência contra a mulher durante a gestação. RESULTADOS: A prevalência de depressão gestacional foi de 14,2% (IC: 8,7-21,9, sendo os principais fatores associados: história anterior de depressão, sangramento anômalo e hospitalização na atual gravidez, história de acidente, incêndio ou catástrofe e maus-tratos durante a vida. CONCLUSÕES: Os resultados reforçam que a investigação dos fatores de risco, o diagnóstico e o tratamento da depressão devem ser parte integrante do atendimento pré-natal a adolescentes grávidas.BACKGROUND: Depression is a common psychiatric disorder among pregnant adolescents and it is associated with several risk factors. OBJECTIVES: This study aimed to assess the prevalence and associated factors of depression in pregnant adolescents. METHODS: Sectional data were collected among 120 pregnant adolescents attending in a basic health unit in Rio de Janeiro. The following research instruments were used: the Composite International Diagnostic Interview (CIDI to diagnose depression, the Stressful Life Events to assess stressful life events, the Abuse Assessment Screen (AAS to screening violence against woman during pregnancy. RESULTS: The prevalence of gestational depression was 14.2% (CI 95% 8.7-21.9 and associated factors were: history of depression before pregnancy

  4. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  5. A configuração da rede social de mulheres em situação de violência doméstica The configuration of the social network of women living in domestic violence situations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Nakamura

    2013-05-01

    Full Text Available Este artigo apresenta a configuração da rede social das mulheres que vivem em situação de violência doméstica num município da região metropolitana de São Paulo. Foram realizadas entrevistas com nove mulheres e oito profissionais e observação em três serviços que compõem a rede de proteção à mulher. Para a análise utilizou-se os pressupostos teóricos de redes sociais. Verificou-se que a violência impingida às mulheres pelos seus parceiros impossibilita a manutenção dos vínculos sociais, colocando-as em situação de isolamento e fragilidade. As instituições e os profissionais podem exercer um papel fundamental para que as mulheres saiam do ciclo de violência, desde que a rede de atenção e os fluxos entre os serviços sejam organizados. O estudo das redes sociais com o enfoque nos vínculos e trocas entre os atores pode contribuir para ampliar o conhecimento sobre a dinâmica relacional na situação de violência.This article presents the configuration of the social network of women living in domestic violence situations in a city in the metropolitan region of São Paulo, Brazil. Interviews were conducted with 9 women and 8 professionals, in addition to observation in three institutions which constitute the network for protection of women. The analysis was underpinned by the theoretical assumptions of social networks. Results show that violence inflicted upon women by their partners make them unable to establish and maintain social bonds, and thus face isolation and ostracism. Professionals and institutions can play a vital role for getting women out of the cycle of violence provided that care networks and services are well organized. Further studies of social networks, focusing on the nature of the links and exchanges among actors may contribute to acquiring knowledge about the relationship dynamics in situation of violence.

  6. Educação para mulheres: análise histórica dos ensinamentos de economia doméstica no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos do Amaral Junior

    2013-11-01

    Full Text Available A economia doméstica foi introduzida no Brasil em 1909, cuja origem é datada da necessidade de garantir a sobrevivência da família nuclear pós Revolução Industrial. Dessa forma, a economia doméstica foi criada como uma forma de “educação para o lar” para as mulheres, em sintonia com o modelo de família da época que estava fundada na divisão sexual do trabalho. O objetivo deste trabalho foi analisar a trajetória histórica do ensino de economia doméstica no Brasil desde sua criação até os dias atuais. Pôde-se perceber que o contexto social e histórico de criação do curso no Brasil priorizava a mulher como responsável pela casa e pelos filhos, enquanto o homem era responsável pela vida pública. Historicamente, com a mudança no cenário econômico e político, o curso superior de Economia Doméstica passou a não atender a realidade social em que estava enquadrado e dessa forma iniciou-se um processo de reestruturação de seu conteúdo. O que pode ser visto hoje no ensino de economia doméstica no Brasil é a existência de novos e velhos discursos, em que a necessidade constante que esta área de ensino tem de se adaptar às novas demandas sociais e produtivas coexistem com os fortes vestígios da trajetória histórica da criação do curso.

  7. Mulher: uma “classe desprivilegiada em alta conta”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabelle Anchieta

    2011-12-01

    Full Text Available Dos grupos desprivilegiados, a mulher ocupa uma posição no mínimo curiosa. Ao contrário dos demais, como os negros e homossexuais, ela é exaltada socialmente pela maternidade, beleza, divindade e virtude. Símbolo da liberdade e da igualdade na Europa, na América e na Ásia, ela está simultaneamente à margem de posições sociais de prestígio na vida política, no trabalho e na família, há mais de vinte séculos. Será que o poder feminino foi ou ainda é apenas simbólico? Mas, se as imagens e os símbolos são fundamentais ao poder, por que, no caso feminino, há uma separação entre a vida real e a vida simbólica? Para responder a essas questões, será aqui feita uma análise comparativa entre dois sociólogos: o canadense Erving Goffman, na obra L’arrangement des sexes (sem tradução para o português, publicada em 1977, e o francês Pierre Bourdieu, com a obra A dominação masculina, de 1998, além do diálogo com estudos feministas e historiadores do gênero.

  8. La medida de la morbilidad atendida en una organización sanitaria integrada Measurement of morbidity attended in an integrated health care organization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José M. Inoriza

    2009-02-01

    Full Text Available Introducción: La comprensión de la calidad, los costes y los resultados de los servicios de salud obliga a conocer con precisión la morbilidad de la población. La medida de la morbilidad atendida en una población y su relación con los servicios recibidos es una tarea pendiente. El objetivo de este artículo es presentar la experiencia de utilización de los grupos de riesgo clínico (clinical risk groups [CRG] como sistema de medida de la morbilidad atendida en una organización sanitaria integrada (OSI. Métodos: Se estudia la población de una comarca (unas 120.000 personas atendida por una OSI durante los años 2002-2005. Se utilizan los CRG como sistema de medida de la morbilidad poblacional. Se efectúa un análisis descriptivo de las diferentes posibilidades de utilización que ofrece este sistema. Resultados: El 15,5% de la población presenta una o más enfermedades crónicas dominantes, un 9% presenta enfermedades agudas significativas, un 7% presenta enfermedades crónicas menores y un 0,5% enfermedades muy graves. Entre 2002 y 2005, en un 8% de la población se identifica la aparición de alguna enfermedad crónica. La carga de enfermedad se incrementa con la edad, pero en cualquier grupo de edad al menos un 40% de las personas permanecen sanas. La comorbilidad en enfermedades crónicas es un factor determinante en la explicación del consumo de recursos sanitarios. Conclusiones: Los CRG son una herramienta que facilita el análisis a diferentes niveles para la gestión clínica y, por su configuración, permiten una mejor comprensión de la utilización, los costes y la calidad del conjunto de servicios recibidos por una población.Introduction: Understanding the quality, costs and outcomes of healthcare services requires precise determination of the morbidity in a population. Measurement of morbidity in a population and its association with the services provided remains to be performed. The aim of this article was to present

  9. Mulheres idosas: desvelando suas vivências e necessidades de cuidado Mujeres ancianas: revelando sus experiencias y necesidades de cuidado Elderly women: revealing their experiences and care needs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Aparecida Barbosa Merighi

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo com abordagem da fenomenologia social que objetivou a compreensão da vivência da mulher idosa, suas necessidades de cuidado e expectativas nesse período da vida. Participaram nove mulheres, cujos depoimentos foram obtidos de fevereiro a maio de 2011, por meio de entrevista semiestruturada. A mulher idosa refere limitações de ordem física, mental e social, e valoriza a preservação de sua autonomia nas atividades diárias e no cuidado consigo mesma. Refere a família como suporte fundamental e tem expectativas e necessidades de se manter saudável, da busca pelo lazer e de ter melhor acesso aos serviços de saúde para receber informações e atendimento qualificado. Nessa fase, a ausência de perspectivas relaciona-se à perda de pessoas significativas e da saúde. Este estudo revelou facetas da vivência da mulher idosa, suscitando novas investigações e a adequação do ensino, prática e gestão às reais necessidades dessa mulher.Estudio cualitativo con abordaje de fenomenología social, objetivando comprender la experiencia de la mujer anciana, sus necesidades de cuidado y expectativas en dicho período. Participaron nueve mujeres, cuyos testimonios fueron obtenidos de febrero a mayo de 2011 mediante entrevista semiestructurada. La mujer anciana refiere limitaciones de orden físico, mental y social, y valoriza la preservación de su autonomía en las actividades diarias en el cuidado de sí misma. Determina a la familia como soporte fundamental, tiene expectativas y necesidades de mantenerse saludable, adhiere a actividades recreativas y busca mejor acceso a servicios de salud, para recibir información y atención calificada. En esta fase, la ausencia de perspectivas se relaciona a la perdida de personas cercanas y de la salud. El estudio reveló facetas de la experiencia de la mujer anciana, sugiriendo nuevas investigaciones y la adecuación de la enseñanza, práctica y gestión a las reales necesidades de

  10. A esterilização de mulheres de baixa renda em região metropolitana do sudeste do Brasil e fatores ligados à sua prevalência Female sterilization among low income women in a metropolitan region of southeastern Brazil and factors related to its prevalence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Meloni Vieira

    1994-12-01

    Full Text Available Estudo realizado na região metropolitana de São Paulo, Brasil, entre março e julho de 1992, entre 3.149 mulheres de baixa renda com idade entre 15 e 49 anos, mostrou que 21,8% estavam esterilizadas. Entre as mulheres unidas, 29,2% estavam esterilizadas e 34,4% usavam a pílula. Quatrocentos e sete mulheres esterilizadas abaixo dos 40 anos, que haviam se submetido à cirurgia há pelo menos um ano antes da data da entrevista, foram perguntadas sobre sua história reprodutiva, uso prévio de métodos anticoncepcionais, o processo de decisão para esterilizar-se, o acesso à esterilização e à adaptação após o procedimento. Os resultados mostraram que mesmo para as mulheres de baixa renda o acesso à esterilização é regulado pelo pagamento ao médico. A baixa qualidade e cobertura das atividades de planejamento familiar do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, assim como a ausência de regulamentação, está provavelmente contribuindo para a escolha da esterilização feminina por mulheres jovens. A forma que a esterilização tem sido realizada fere preceitos éticos. O estudo mostra que a irreversibilidade do procedimento não foi adequadamente entendida por quase 40% das mulheres esterilizadas. Discute-se a aceitabilidade da esterilização como resultado de uma estratégia social complexa com o envolvimento de vários setores da sociedade brasileira aliada à necessidade de regulação da fertilidade das mulheres. A necessidade de regular e controlar o procedimento também é discutida. A regulamentação criaria condições mais justas de acesso à esterilização para as mulheres de baixa renda e poderia salvaguardar aspectos éticos na sua escolha.A survey carried out in the metropolitan region of S. Paulo between March and July, 1992, shows that of 3,149 low income women aged from 15 to 49, 21.8% had been sterilized. Of those women living in marital union 29.2% had been sterilized and 34.4% were on the pill

  11. Distúrbios causados pelo frio e pelo calor durante corridas de longa distância

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    1999-06-01

    Full Text Available Muitos corredores amadores e de elite participam todos os anos de corridas de longa distância. Quando estes eventos ocorrem em temperaturas altas ou baixas, aumenta o risco de distúrbios térmicos. Contudo, a hipertermia induzida pelo exercício, a hipotermia, a desidratação e outros problemas relacionados podem ser minimizados através de esclarecimentos e um preparo antes do evento. Este documento fornece recomendações para o diretor médico e outras autoridades da organização das corridas nas seguintes áreas: planejamento, profissionais envolvidos na organização, instalações, suprimentos, equipamento e comunicação; fornecimento de esclarecimentos aos participantes; avaliação do estresse térmico; fornecimento de líquidos; e prevenção de questões legais em potencial. Este posicionamento oficial também descreve as condições predisponentes, as formas de diagnóstico e o tratamento dos quatro distúrbios ambientais mais comuns: exaustão pelo calor, colapso pelo calor, hipotermia e congelamento de extremidades. Os objetivos deste documento são: 1 Educar os organizadores e os participantes de corridas de longa distância a respeito das formas mais comuns de distúrbios térmicos incluindo as condições predisponentes, sinais de alerta, suscetibilidade e a redução de sua incidência; 2 Alertar os organizadores sobre as suas responsabilidades civis em potencial no que concerne à segurança do evento e à prevenção de lesões; 3 Recomendar que os organizadores consultem arquivos locais de meteorologia e planejem eventos em horas que provavelmente causem menos estresse térmico de modo a minimizar os efeitos deletérios sobre os participantes; 4 Estimular os organizadores a alertar os participantes sobre o estresse térmico no dia da corrida e as suas implicações no que tange aos distúrbios causados pelo frio e pelo calor; 5 Informar os organizadores sobre as ações preventivas que podem reduzir a incidência dos

  12. A influência do método pilates na musculatura do assoalho pélvico em mulheres no climatério: estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Teresinha Bertoldi

    2015-10-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a influência dos exercícios do método Pilates na força de contração da musculatura do assoalho pélvico (MAP e na qualidade de vida (QV de mulheres no climatério. Método: amostra composta por duas mulheres (1 e (2, com 50 e 48 anos respectivamente, sem disfunção da MAP. A pré e pós-avaliação foi composta pelos protocolos: avaliação visual funcional (AFA, teste dos cones vaginais (TCV, teste de força com perineômetro modelo perina, quark® para fibras rápidas (TPFR e para fibras lentas (TPFL, e avaliação da QV com o Women´s Health Questionnaire (WHQ. O tratamento consistiu em 10 sessões de 50 minutos, 03 vezes por semana, compostas por exercícios selecionados do método Pilates. Resultados: AFA e TCV o grau de força foi máximo no pré e pós-teste, entretanto notou-se melhora da contração isolada da MAP; no TPFR houve incremento de força de 45,83% (1 e 362,50% (2, no TPFL o ganho foi de 82,43% (1 e 209,38% (2; no WHQ houve variação positiva nas dimensões: sintomas somáticos, vasomotores, menstruais, atratividade e depressão. Considerações finais: o método Pilates promove aumento da força de contração da MAP, com discreta influência na autopercepção da QV de mulheres no período do climatério, sem patologias associadas.

  13. Fatores psicossociais e a infecção por HIV em mulheres, Maringá, PR Psychosocial aspects of HIV infection among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilda Neves Alves

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a percepção do risco de infecção em mulheres infectadas pelo HIV, antes de elas receberem o resultado positivo para essa patologia. MÉTODOS: Estudo exploratório com entrevistas em profundidade em amostra de conveniência constituída de 26 mulheres que freqüentavam o ambulatório de um centro regional de saúde em Maringá, PR. A entrevista foi semidirigida com um roteiro de perguntas fechadas e abertas sobre características sociodemográficos, conhecimento sobre prevenção primária e secundária, percepção de risco antes do teste positivo para HIV, impacto do resultado em suas vidas -- inclusive a sexual -- depois de saberem ser portadoras do vírus. Os resultados foram analisados pela metodologia de análise de conteúdo. RESULTADOS: Apesar de ter consciência de que essa doença pode atingir qualquer um, nenhuma das 26 mulheres estudadas acreditava estar infectada pelo HIV/Aids. Os mecanismos psicológicos, "negação", "evitação", "onipotência do pensamento" e "projeção" foram os que puderam ser identificados como aqueles que as mulheres mais utilizaram para lidar com as dificuldades e as ansiedades decorrentes da percepção de risco e das normas e relações de gêneros hegemônicas presentes na cultura brasileira. Verificou-se que, se o uso desses mecanismos alivia a angústia, por outro lado aumenta a vulnerabilidade das mulheres. Elas se sentem incapazes de atuar, e muitas mantêm relações sexuais desprotegidas com os parceiros, expondo-se à gravidez indesejada e à reinfecção. CONCLUSÕES: Os programas de prevenção do HIV devem considerar também aspectos psicológicos, socioeconômicos e culturais que interferem na vulnerabilidade das mulheres, antes e depois da infecção. Para haver maior alcance de suas ações, os programas devem ir além da distribuição massiva de informações e usar abordagens psicoeducativas em pequenos grupos que estimulem a conscientização das mulheres para al

  14. Percepção das paisagens da Floresta Nacional de Canela (RS pelos turistas / Landscapes perception of the of the National Forest of Canela (RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nara Rejane Zamberlan dos Santos

    2012-04-01

    Full Text Available ResumoUm estudo foi realizado com os turistas da cidade de Canela (RS, em quatro períodos do ano (julho-outubro, dezembro e fevereiro, com o objetivo de valorar 22 fotos (substitutos da paisagem da Floresta Nacional de Canela (RS, cuja escala de ponderação era variável de 1 a 5, correspondendo a classes de qualidade da paisagem de muito baixa a muito alta, respectivamente. Os resultados mostram que as mulheres são mais perceptivas do que os homens na análise de paisagens. Os menores valores médios valorados correspondem aos substitutos da classe baixa (2,74 e os mais altos, à classe alta de qualidade da paisagem (4,61. Por meio da Análise de Agrupamento Hierárquico, são observados dois grupos, sendo o primeiro, formado por mulheres de 15 a mais de 70 anos e jovens de 15 a 20 anos, do sexo masculino; e o segundo grupo, pelos demais homens.AbstractA study was carried out with the tourists of the city of Canela (RS, in four periods of the year (July, October, December and February, in order to value 22 photographs (landscape substitutes of the National Forest of Canela (RS, which weighting scale varied from 1 to 5. it was corresponding to very low to very high landscape classifications. The results show that women are more perceptive than men in landscape analysis. The lowest average values given correspond with low –class substitutes (2.74 and the highest with high quality landscapes (4.61. Through hierarchical group analysis were shown two groups, the first formed by women from 15 to over 70 years of age and young men of 15 to 20 years of age and second group by older men.

  15. SEXUALIDADE E SAÚDE NA PERCEPÇÃO DO MOVIMENTO DE MULHERES CAMPONESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaura Isabel Conte

    2015-10-01

    Full Text Available Este texto aborda a concepção de sexualidade e saúde na perspectiva de mulheres do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC. Para tanto, considera-se fundamentalmente a inserção das militantes em processos formativos, seus aprendizados e experiências coletivas nas lutas que desencadeiam e sustentam numa organização camponesa e feminista. A pesquisa foi realizada no convívio com mulheres camponesas há mais de dez anos no Estado do Rio Grande do Sul, com base em observação participante e pesquisa documental. Destaca-se, como relevante, que as mulheres camponesas estão modificando modos de pensar sobre si mesmas, seus corpos e sua sexualidade, rompendo estereótipos seja com relação ao corpo de mulher da roça, seja com relação aos atuais padrões de corpo feminino. Assumem a luta por saúde pública com protagonismo entendendo que, mais que um corpo, são corpos pensantes capazes de questionar a sociedade que lhes impõe o consumismo e, por outro lado, propõem mudanças.

  16. Características sociodemográficas e clínicas das internações psiquiátricas de mulheres com depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richardson Miranda Machado

    2013-03-01

    Full Text Available Estudo retrospectivo e exploratório, realizado com objetivos de identificar e analisar características sociodemográficas e clínicas de internações psiquiátricas de mulheres acometidas por depressão. O estudo foi realizado a partir do Sistema de Internações Hospitalares de um serviço especializado. A amostra foi constituída por 24.161 pacientes admitidos; 1.160 tiveram diagnóstico de depressão (4,8%, com predominância do sexo feminino (761-65,6%, faixa etária de 41 a 50 anos (194-25,4%, procedentes para internação de diferentes serviços de saúde (273-35,8%, com tempo de internação de 60 dias (311-40,8%, altas médicas (687-90,2%, uma internação hospitalar (661-86,8% e internações pagas pelo Sistema Único de Saúde (633-83,2%. Os aspectos biológicos (hormonais, culturais (papel da mulher na sociedade, automedicação, diagnóstico tardio e coocorrência com outras doenças foram os principais fatores relacionados ao acometimento por depressão pelas mulheres e internação. Tais aspectos devem direcionar uma melhor abordagem do cuidado e promoção da saúde mental.

  17. A emergência da politização da intimidade na experiência de mulheres usuárias de drogas The politicization of intimacy in the experience of women who use drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Máximo Prado

    2012-08-01

    Full Text Available Tendo como referencial teórico o campo intelectual feminista, este artigo discute a fundamentação moral e sexista do modelo de tratamento proposto pelo serviço de atenção a usuários de álcool e outras drogas conhecido como comunidade terapêutica. A partir do acompanhamento da experiência de um grupo de mulheres em tratamento em serviço aberto (CAPS-AD, apresenta-se a possibilidade de constituição de um espaço de politização da intimidade de mulheres usuárias de drogas. Ao final, discute-se que, para além do tratamento do uso abusivo de drogas, o trabalho no grupo de mulheres potencializou o questionamento da sua condição de gênero, por meio da interpelação coletiva sobre as relações de subordinação e opressão às quais estão submetidas e do reconhecimento dos lugares de fragilidade e insuficiência historicamente a elas atribuídos.Based on conceptual frameworks from the feminist intellectual field, this article discusses the moral and sexist foundations of the treatment model of alcohol and drug abuse known as the therapeutic community. From the analysis of the experience of a group of women in treatment at an open public service (CAPS-AD, we suggest the creation of a space for the politicization of the intimacy of the women who use drugs. Finally, we show that, beyond the drug abuse treatment, the work with these women increased the questioning of their gender condition, through the group discussion about the relations of subordination and oppression to which they are submitted and the increased awareness of the situation of vulnerability and insufficiency historically assigned to them.

  18. Gênero e agricultura: a situação da mulher na agricultura do Rio Grande do Sul Gender and agriculture: the situation of women in agriculture in the state of Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Brumer

    2004-04-01

    Full Text Available O texto examina as formas de inserção das mulheres na agricultura familiar, procurando explicar a seletividade de gênero do processo migratório. Primeiramente, aborda a distribuição da população, por sexo e por grupos de idade, em diversas regiões do Estado do Rio Grande do Sul, caracterizando o maior índice de emigração de mulheres jovens do que dos demais grupos etários e de sexo. Depois, trata da divisão do trabalho por sexo e idade, dos efeitos da modernização sobre o trabalho agrícola, da inserção dos jovens no trabalho da unidade produtiva familiar, das atividades fora da agricultura e dos procedimentos utilizados pelos produtores agrícolas para a transmissão da propriedade rural para os filhos. Finalmente, discute o possível efeito do acesso das mulheres rurais à Previdência Rural sobre suas perspectivas de permanecer ou não na atividade agrícola.The paper examines the forms of insertion of women in the agricultural farm, with the purpose of explaining the gender selectivity of migration. Firstly, it deals with the population distribution, by sex and age groups, in different regions of the state of Rio Grande do Sul, in order to characterize the higher emigration of young women in comparison with other groups. Afterwards, it deals with the division of work by sex and age, the effects of modernization upon the agricultural work and the ways in which the farmers transfer their property to the children. Finally it discusses the possible effects of the access of rural women to the Social Security on their perspectives of remaining or not in the agricultural activity.

  19. Gravidade psicopatológica em mulheres vítimas de violência doméstica Psychopathology severity in women victims of violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristine Fonseca Mozzambani

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de sintomas psicopatológicos em mulheres vítimas de violência doméstica (VD que procuraram uma delegacia de defesa da mulher. MÉTODO: Foram avaliadas mulheres com idade entre 20 e 50 anos que deram entrada em uma delegacia da mulher com queixa de VD. Durante a entrevista, todas foram submetidas ao Relatório de Indicadores Sociais e preencheram os seguintes instrumentos de autoaplicação: Inventário de Depressão de Beck, Inventário de Ansiedade de Beck, Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version e o Questionário de Experiências Dissociativas Peritraumáticas (todos em língua portuguesa. Foram usadas notas de corte a partir dos estudos de validação desses instrumentos para categorizar indivíduos com alta probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, transtorno de ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, ou alta/baixa dissociação peritraumática. RESULTADOS: Foram avaliadas 17 mulheres com idade média de 34,7±7,7 anos. O tempo médio de duração da violência foi de 9,1±8,7 anos. Do total de mulheres, 53% eram vítimas de agressão excessiva e 84% eram ameaçadas de morte pelo companheiro; em 71% dos casos, os companheiros eram usuários de drogas. Além disso, 53% das mulheres afirmaram ter sofrido VD na infância. Do total da amostra, 89% tiveram grande probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, 94% transtorno de ansiedade, 76% transtorno de estresse pós-traumático e 88% apresentaram elevados níveis de experiências dissociativas peritraumáticas. CONCLUSÃO: As vítimas de VD que dão entrada em delegacias de defesa da mulher têm alta probabilidade de apresentar morbidade psiquiátrica, assim como alterações cognitivas que as impossibilitam de sair do ciclo da violência.OBJECTIVE: To assess the presence of psychopathological symptoms in women victims of domestic violence who seek help at police units offering women's protective

  20. Respostas cardiovasculares agudas em ambiente virtualmente simulado pelo Nintendo Wii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Aparecido de Souza

    2013-01-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n1p60 Recentemente, tem sido verificada a utilização do Nintendo Wii no contexto da saúde. O objetivo do presente estudo foi analisar as respostas cardiovasculares agudas monitoradas por meio do comportamento da frequência cardíaca, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica e duplo produto, em ambiente virtualmente simulado pelo console Nintendo Wii. A amostra foi composta por 18 universitários saudáveis, com média de idade de 22,07 ± 1,34 anos. As variáveis foram observadas com uso de deltas (valor final - inicial após 25 arremessos de basquetebol em duas situações experimentais: (I com o voluntário sentado e, (II com o voluntário saltando verticalmente. Os resultados sugerem que a prática de atividade física em ambiente virtual emulado pelo Nintendo Wii é capaz de alterar as respostas cardiovasculares agudas, especialmente, quando realizada em associação a saltos verticais. Assim, os resultados sustentam a viabilidade do uso do Nintendo Wii em programas de treinamento e favorecem sua indicação de forma mais segura.

  1. Saúde sexual de mulheres com estomia na perspectiva da teoria de Nola Pender

    OpenAIRE

    Vilma Villar Martins

    2013-01-01

    O objeto deste estudo são as repercussões do estoma intestinal por Câncer na promoção da saúde sexual de mulheres. A investigação sobre a promoção da saúde sexual da mulher com estoma torna-se instigante frente à condição imposta pela cirurgia, em interface com os constructos sócio-histórico-culturais relacionados aos papéis sociais, os quais podem influenciar na forma como as mulheres promovem sua saúde sexual. Esta pesquisa teve por objetivos: conhecer os aspectos biológicos, psicológicos e...

  2. Opinião de mulheres de baixa renda, residentes em cidade do interior sobre planejamento familiar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anamaria Carneiro

    1987-03-01

    Full Text Available Apresenta opinião de mulheres de baixa renda, residentes em zona rural do interior, sobre concepção e contracepção; identifica o nível de conhecimento sobre planejamento familiar e demonstra os aspectos sócio-culturais que influenciam na opinião destas mulheres.

  3. DA NECESSIDADE DE EFETUAÇÃO DA REPRESENTAÇÃO DA VÍTIMA NOS CRIMES DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER, À LUZ DA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.424/DF.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ozana Rodrigues Boritza

    2018-03-01

    Full Text Available Este trabalho possui a finalidade de discutir acerca da necessidade de efetuação da representação criminal da vítima, em casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, sob o enfoque da decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.424/DF. Procurar-se-á demonstrar quão antiga é a condição de submissão da mulher, através de um estudo das sociedades ao longo da história, abordando suas características, a fim de identificar a herança deixada por estas para a sociedade atual. Será apreciada a Lei 11.340/06 (Maria da Penha, destacando as razões de sua criação, seus objetivos, fins sociais e as modificações que efetuou no ordenamento jurídico nacional ao entrar em vigor. Buscar-se-á entender no que consiste a violência doméstica e familiar contra a mulher, suas formas de expressão, as peculiaridades presentes em tal situação, vislumbrando elencar também os motivos que impedem muitas vítimas de denunciar seus agressores.

  4. Entre o sonho e a realidade: a maternidade na adolescência sob a ótica de um grupo de mulheres da periferia da cidade de Maceió–AL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth França Cizino da Trindade

    2007-04-01

    Full Text Available Este foi um estudo de natureza qualitativa, que teve como objetivo compreender, a partir da experiência de mulheres que se tornaram mães na adolescência, o significado da maternidade no contexto de vida destas mães. Participaram 14 mulheres na faixa etária de 20 a 24 anos, residentes na periferia de Maceió, capital do estado de Alagoas. A coleta de informação foi realizada por meio de entrevistas, utilizando a história oral temática como procedimento metodológico. Foram construídas narrativas, a partir das histórias de vida das mulheres, posteriormente, analisadas à luz do referencial de gênero. Observamos que as entrevistadas tiveram sua iniciação sexual durante o período de namoro quando não haviam recebido orientações prévias sobre sexualidade ou saúde reprodutiva. Algumas mulheres conviviam com seus parceiros quando aconteceu a gravidez, porém, mesmo assim, consideraram esse fato inesperado. Houve aceitação da gravidez pela maioria delas, e também ocorreu a união, ainda que não de maneira legalizada, de muitos casais que não viviam juntos. Tentativas de abortamento, quando da não-aceitação imediata do parceiro, foram relatadas. As questões de gênero mostram-se presentes nas relações conjugais, com os parceiros figurando como provedores da família e as mulheres mantidas sob sua dependência, centradas no ambiente doméstico, assumindo responsabilidade pelo cuidado da casa, dos filhos e do companheiro. Os homens agiam mais livremente, mantendo relações extraconjugais e chegavam a agredir suas mulheres, em casa. Apesar de ressentidas com essa atitude dos companheiros, elas mantinham o relacionamento com eles. As entrevistadas deixaram explícito que lamentavam a perda da liberdade, do lazer, da oportunidade de trabalho e de estudo ao assumirem a maternidade. Por outro lado, enfatizaram seu não-arrependimento por terem levado a gravidez até o fim. Assim o cotidiano dessas mulheres parece centralizado no

  5. Qualidade de vida de mulheres com dor pélvica crônica: um estudo de corte transversal analítico Quality of life of women with chronic pelvic pain: a cross-sectional analytical study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Rodrigues Barcelos

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar a qualidade de vida (QV de mulheres com e sem dor pélvica crônica (DPC e investigar os fatores associados à QV de mulheres com DPC. MÉTODOS: conduziu-se estudo de corte transversal, incluindo 30 mulheres com DPC e 20 sem DPC. Foram avaliadas características sociodemográficas e clínicas. A QV foi investigada pelo questionário SF-36, que apresenta oito domínios: capacidade funcional, aspectos físicos, dor, estado geral de saúde, vitalidade, aspectos sociais, aspectos emocionais e saúde mental. Esses domínios podem ser resumidos em dois sumários: sumário do componente físico (SCF e sumário do componente mental (SCM. A intensidade da dor foi pesquisada, aplicando-se a escala visual analógica. Utilizou-se análise de regressão linear para comparação dos escores de QV entre mulheres com e sem DPC e para identificação dos fatores associados à QV de mulheres com DPC. RESULTADOS: a média de idade das mulheres com e sem DPC foi de 35,2±7,5 e de 36±9,3 anos (p=0,77, respectivamente. Mulheres com DPC apresentaram menor renda familiar mensal (p=0,04 e maior prevalência de dismenorreia (87 versus 40%; pPURPOSE: to compare the quality of life (QL of women with and without chronic pelvic pain (CPP and to investigate the factors associated with QL in women with CPP. METHODS: a cross-sectional study was conducted on 30 women with CPP and 20 women without CPP. Sociodemographic and clinical characteristics were evaluated. QL was investigated by applying the SF-36 questionnaire, which contains eight domains: functional capacity, physical aspects, pain, general health status, vitality, social aspects, emotional aspects, and mental health. These domains can be summarized into two groups: physical component summary (PCS and mental component summary (MCS. Pain intensity was investigated by applying the visual analogue scale. Linear regression analysis was used to compare QL scores between women with and without CPP and to

  6. All Sexed Up: a resposta de mulheres lésbicas negras jovens ao sexo (mais seguro em Johannesburg, África do Sul All Sexed Up: young black lesbian women's responses to safe(r sex in Johannesburg, South Africa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zethu Matebeni

    2009-01-01

    Full Text Available A saúde sexual de mulheres lésbicas não é um tema frequentemente discutido em nossas sociedades. As questões de saúde da mulher são classificadas sob uma única categoria abrangente e excluem algumas das preocupações específicas de mulheres lésbicas, que, em geral, não têm o mesmo comportamento em relação à saúde que as mulheres heterossexuais. Esta tendência se deve a uma série de razões, entre as quais: falta de conhecimento sobre saúde e risco sexuais lésbicos, medo de estigmatização pelos prestadores de serviço e o processo de "se assumir" (coming out para esses profissionais, que além de desconhecido, é, algumas vezes, hostil. Além disso, a pouca pesquisa sobre lésbicas e saúde lésbica na África do Sul torna difícil para as mulheres que assim se autoclassificam saberem que questões de saúde sexual as afetam especificamente, bem como onde e de que forma lidar com certos problemas. Existe uma percepção equivocada e generalizada de que questões de sexo seguro não afetam mulheres lésbicas tanto quanto mulheres heterossexuais. O artigo apresenta as visões de um grupo de mulheres de 18 a 35 anos que se autoidentificam como lésbicas na África de Sul. Por meio de questionários autoaplicados e discussões, essas mulheres partilham suas experiências e pensamentos sobre sexo lésbico (seguro e como elas têm-se relacionado e continuam a se relacionar sexualmente com outras mulheres no momento de HIV e Aids.Lesbian women's health and sexual health is a theme not generally discussed in our societies. Women's' health issues are generally classified under one umbrella, and exclude some of the concerns specific to lesbian women. Lesbian women in general do not have the same health-seeking behaviours as heterosexual women. This is due to a number of reasons including: lack of knowledge about lesbian sexual health and sexual risk, fear of stigmatization by service providers, and the "coming out" process to

  7. CONJUGALIDADE E PARENTALIDADE NA PERSPECTIVA DE MULHERES CHEFES DE FAMÍLIA

    OpenAIRE

    Cunico, Sabrina Daiana; Arpini, Dorian Mônica

    2014-01-01

    O presente estudo é de caráter qualitativo e teve como objetivo compreender as questões que perpassam o fim do relacionamento conjugal, a parentalidade desempenhada após a dissolução bem como as diferenças atribuídas ao desempenho dos papéis parentais sob o olhar de mulheres chefes de família. Participaram do estudo dez mulheres mães que eram provenientes de grupos populares e compunham uma família monoparental. Destas, sete eram solteiras, uma era separada e duas divorciadas. Os dados foram ...

  8. A percepção do corpo de mulheres com diabetes mellitus e obesidade

    OpenAIRE

    Valmir Aparecido de Oliveira

    2010-01-01

    Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa que teve o objetivo de compreender como as mulheres com diabetes mellitus (DM) tipo 2 e obesidade vivenciam o seu corpo, realizado no Centro de Pesquisa e Extensão Universitária do interior paulista, em 2009. O referencial teórico utilizado foi a Fenomenologia da Percepção de Maurice Merleau-Ponty. Para coleta de dados foi utilizada a questão norteadora: Como a senhora se sente com o seu corpo? Foram entrevistadas oito mulheres com diabetes melli...

  9. Mulher, cura e pajelança em Soure (Ilha do Marajó-PA).

    OpenAIRE

    Mayra Cristina Silva Faro; UEPA

    2012-01-01

    Neste trabalho pretendo apresentar alguns resultados de uma pesquisa que vem sendo realizada desde 2009 sobre a pajelança cabocla e as mulheres pajés na cidade de Soure, Ilha do Marajó/PA. Este estudo tem como objetivos analisar práticas e saberes de cura em Soure, e observar o papel da mulher no contexto religioso e simbólico da pajelança. Compreende-se pajelança cabocla como um conjunto de crenças e práticas de cura bastante difundida na Amazônia, em que encontram-se mesclados em graus vari...

  10. Colpocitologia de mulheres com diagnostico de adenocarcinoma do colo do utero

    OpenAIRE

    Nascimento, Maria Isabel do; Rocha, Luana Bezerra da

    2014-01-01

    OBJETIVO: Analisar os achados citológicos de mulheres detectadas com adenocarcinoma do colo do útero, levando em conta o histórico da paciente no ano que antecedeu ao diagnóstico e a histopatologia das lesões. MÉTODOS: Este é um estudo comparativo, retrospectivo conduzido com dados de mulheres com adenocarcinoma ou com carcinoma escamoso do colo do útero detectados entre 2002 e 2008. Os laudos da citologia foram sintetizados de acordo com a terminologia Bethesda revisada em 2001 e foram ...

  11. Violência contra as mulheres no trabalho: O caso do assédio sexual

    OpenAIRE

    Dias, Isabel

    2008-01-01

    No presente artigo analisa-se o assédio sexual como sendo uma das formas mais graves de violência praticada contra as mulheres no contexto do trabalho. Identificam-se os factores de risco e as vítimas mais vulneráveis. Estuda-se as consequências do assédio para as vítimas e no contexto organizacional onde ele ocorre. Problematiza-se o assédio no continuum de violência geral experimentada pelas mulheres. This article analyses sexual harassment as one of the most harmful forms of violence ag...

  12. A vida enquanto figura e o envelhecimento enquanto fundo desejo, erotismo e sexualidade em mulheres maduras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirela Berger

    2012-12-01

    Full Text Available O artigo é parte de minha pesquisa de pós-doutorado sobre sexualidade em mulheres idosas. O objetivo central é pensar o seguinte nó teórico: por um lado, a sexualidade tem sido alardeada como fundamental para um bom envelhecimento, por outro, torna-se um discurso normativo que associa “velhice saudável” com sexualidade, o que, além de criar a imagem de uma “idosa ideal” – aquela que tem vida sexual ativa – responsabiliza e culpabiliza as mulheres que não aderem a este modelo.

  13. Vivências de cuidado da mulher: a voz das puérperas

    OpenAIRE

    Farias, Dóris Helena Ribeiro

    2008-01-01

    Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2008. O puerpério é um período vivido e percebido de forma singular pela mulher, exigindo, dos profissionais da saúde, sensibilidade e esforços para que estas se sintam acolhidas e valorizadas como seres únicos e especiais. Assim, este estudo teve como objetivo compreender como a mulher vem vivenciando o seu cuidado no puerpério, alicerçado no referencial teórico de Ma...

  14. Violência contra a mulher e a Lei Maria da Penha

    OpenAIRE

    Ingnácio Duarte, Jozi Rubia; Univesidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina; Duarte Pinheiro, Ana Claudia; UEL; Lobo Muniz, Deborah Lídia; UEL; Brun, Simone; UEL

    2009-01-01

    O presente artigo tem como objetivo adentrar no campo jurídico da defesa da mulher brasileira, contra a violência dos mais variados tipos que ela vem sofrendo com o passar dos tempos, analisa a legislação vigente bem como as práticas jurídicas em defesa da mulher e o impacto da lei Maria da Penha. This article aims to enter the field of legal defense of Brazilian women, against violence of all kinds which it has suffered over time, analyzes the current legislation and legal practices in fa...

  15. Saberes relacionados ao autocuidado entre mulheres da área rural do sul do brasil

    OpenAIRE

    Thum, Moara Ailane; Ceolin, Teila; Universidade Federal de Pelotas; Borges, Anelise Miritz; Heck, Rita Maria; Universidade Federal de Pelotas

    2011-01-01

    Este estudo teve por objetivo conhecer as ações de autocuidado de um grupo de mulheres rurais do município de Pelotas, Rio Grande do Sul. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, com 11 mulheres, residentes na área rural do município. A coleta de dados ocorreu entre maio e junho de 2010, através de entrevista semiestruturada. Foi realizada a análise de conteúdo por temas. As informantes mais antigas participam do grupo na comunidade há 12 anos, realizando trabalhos manuais e trocas de saberes s...

  16. Gênero e ciência : um estudo sobre as mulheres na física

    OpenAIRE

    Sandra Maria Carlos Cartaxo

    2012-01-01

    Resumo: A Física é uma área predominantemente masculina e, por muito tempo, os chamados naturalistas justificavam os motivos do afastamento das mulheres da área como sendo de ordem biológica. Entretanto, as mulheres, embora sejam muito poucas na área, apresentam em média um rendimento maior que o dos homens na física. Em vistas disso, o presente estudo tem como objetivo compreender como se dão as relações sociais de gênero nessa área, além dos motivos que justificariam a baixa participação da...

  17. SHOPPING CENTERS: UMA RELAÇÃO ENTRE OS ATRIBUTOS DE ESCOLHA PELOS CONSUMIDORES VERSUS OS ATRIBUTOS VALORIZADOS PELOS GERENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Edson Marques Junior

    2010-04-01

    Full Text Available Embora os shoppings centers estejam em franco processo de ampliação na economia brasileira ainda são poucas as análises envolvendo shoppings centers e atributos motivadores de escolha pelos consumidores. Este trabalho tem por objetivo analisar os fatores motivacionais determinantes para a escolha de um shopping por parte dos consumidores. A amostra deste estudo foi composta por alunos de graduação de cursos de Administração. Adicionalmente, foi realizada uma entrevista em profundidade com os gestores dos três shoppings centers da cidade de Ribeirão Preto. O estudo revelou que os atributos motivadores mais valorizados no processo de escolha foram: limpeza, manutenção, segurança dentro do shopping e qualidade do serviço prestado. Este trabalho pretende contribuir com a compreensão da importância dos fatores valorados pelos consumidores de shoppings centers e assim sendo, fornecer material para a melhoria da gestão destes empreendimentos.

  18. Social representations of low-income diabetic women according to the health-disease process Representaciones sociales de las mujeres diabéticas de clases populares en lo referente al proceso salud y enfermedad Representações sociais de mulheres diabéticas, de camadas populares, em relação ao processo saúde-doença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Siqueira Péres

    2008-06-01

    . Comprender las representaciones de mujeres con diabetes contribuye a la prestación de servicios del cuidado al diabético.Este trabalho tem como objetivo identificar as representações sociais de mulheres diabéticas das camadas populares em relação ao processo saúde-doença. Trata-se de estudo descritivo e exploratório. Foram entrevistadas oito participantes, atendidas numa unidade básica de saúde do município de Ribeirão Preto, SP, em 2003. Os dados foram organizados mediante análise temática de conteúdo e analisados segundo a teoria das representações sociais. O diabetes está relacionado a sentimentos negativos como choque, revolta e tristeza, o plano alimentar aparece vinculado à perda do prazer e prejuízos à saúde. As mulheres diabéticas mostraram relação ambivalente com o uso da medicação, percebido como cansativo e como recurso que promove o bem-estar e melhoria da qualidade de vida. A representação negativa dos serviços de saúde parece interferir no comportamento de adesão ao tratamento medicamentoso. Compreender as representações de mulheres com diabetes contribui para a integralidade do cuidado ao diabético.

  19. Mulheres doadoras de leite humano Mujeres donantes de leche humana Reasons women donate breast milk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Teresinha Gimeniz Galvão

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar algumas variáveis do perfil sócio-demográfico de doadoras de leite humano no Banco de Leite e identificar as razões que as fazem doar seu leite. MÉTODOS: estudo exploratório de caráter descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em maio de 2003 com 11 doadoras de leite humano em maternidade pública de Fortaleza-CE. Para coleta de dados utilizou-se formulário semi-estruturado. RESULTADOS: a maioria apresentava idade entre 16 e 20 anos, eram casadas, possuíam instrução do ensino fundamental até o universitário. O motivo que levou as nutrizes a doar seu leite era o ingurgitamento mamário e eram encaminhadas por profissionais de saúde. A maioria desconhecia os benefícios proporcionados pelo aleitamento materno para a mãe e filho, bem como a importância do Banco de Leite. CONSIDERAÇÕES FINAIS: sugere-se que as mulheres em geral devem receber informações a respeito dos benefícios e importância do aleitamento natural, incluindo informações sobre doação do leite humano, mediante os bancos de leite.OBJETIVO: se tuvo como objetivos verificar algunas variables del perfil socio-demográfico de donantes de leche humana en el Banco de Leche e identificar las razones que las llevan a donar su leche. MÉTODOS: estudio exploratorio de carácter descriptivo, con abordaje cualitativo, realizado en mayo del 2003 con 11 donantes de leche humana en una maternidad pública de Fortaleza-CE. Para la recolección de datos se utilizó un formulario semi-estructurado. RESULTADOS: la mayoría tenía edades comprendidas entre los 16 y 20 años, casadas, poseían instrucción de enseñanza fundamental. El motivo que llevó a las nutrices a donar su leche fue la turgencia mamaria siendo encaminadas por profesionales de salud. La mayoría desconocía los beneficios proporcionados por la lactancia materna tanto para la madre como para el hijo, así como la importancia del Banco de Leche. CONSIDERACIONES FINALES: se sugiere

  20. Lugar de mulher é em casa?: cotidiano, espaço e tempo entre mulheres de famílias de pescadores

    OpenAIRE

    ANDERSON, Kirla Korina dos Santos

    2007-01-01

    Trata da compreensão da participação de homens e mulheres na manutenção doméstica de famílias de pescadores no Distrito de Icoaraci, município de Belém/PA. Para isso, observei, analisei e interpretei como organizam as atividades em casa e na pesca, partindo das expectativas que influenciam suas práticas cotidianas por gênero e dando atenção, especialmente, para os espaços freqüentados e organização do tempo pelas mulheres. Como procedimento metodológico, utilizei dados do Anuário ...

  1. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: ANÁLISE DA IDENTIDADE DE MULHERES QUE SOFREM VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Barbosa Vigário

    2014-12-01

    Full Text Available A violência, como um fenômeno social, é historicamente presente no cotidiano das relações sociais, é intrínseca ao processo civilizatório e é manifestada de diferentes formas. A violência nas relações entre parceiros expressa a dinâmica de afeto e poder e, em sua maioria, denuncia relações de subordinação e dominação. É em grande parte, direcionada contra a mulher, independente de sua posição social ou do grau de desenvolvimento econômico. Este trabalho foi realizado na Delegacia de Polícia Civil de Goiandira – GO e realizou a análise da identidade de mulheres na relação de violência com seus parceiros, identificando valores e processos identitários nas circunstâncias e dinâmicas cotidianas dos atores envolvidos. Para isso, utilizou-se como metodologia a pesquisa-ação, a qual teve como instrumentos de coleta de dados o Diário de Campo, a escuta Terapêutico-Educativa, balizada pela intervenção psicossocial. O resultado dessa análise nos aponta para as dificuldades apresentadas pelas mulheres que sofrem violência doméstica em exercitar a capacidade de conduzir sua própria vida, em construir novas identidades e entender que a violência de gênero deve ser combatida através da desconstrução relações de desigualdade entre homens e mulheres e as reestruturando nos campos afetivo, valorativo e operativo, possibilitando transformação das relações sociais.

  2. Infestaçao humana pelo Dipylidium caninum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Lemos

    1985-12-01

    Full Text Available Os autores descrevem um caso de infestação pelo Dipylidium caninum numa criança residente em Araguari, Minas Gerais, que apresentou lesões cutâneas, insônia, irritabilidade, vômitos eperda do apetite. Relatam a eliminação abundante deproglotes quando a paciente foi tratada com medicamentos caseiros e a remissão dos sintomas, após dois tratamentos com mebendazol. Contudo não puderam concluir sobre a eficiência das drogas, devido à medicação empírica e ã administração de 200 mg/dia de mebendazol, contrariando a dosagem recomendada para Cestodas, que é de 400 mg/dia. Relatam, ainda, que exames das fezes do cão de propriedade da família revelaram apenas a presença de ancilostomídeos.

  3. Infestaçao humana pelo Dipylidium caninum

    OpenAIRE

    Carlos Henrique Lemos; Clarice de Resende Oliveira

    1985-01-01

    Os autores descrevem um caso de infestação pelo Dipylidium caninum numa criança residente em Araguari, Minas Gerais, que apresentou lesões cutâneas, insônia, irritabilidade, vômitos eperda do apetite. Relatam a eliminação abundante deproglotes quando a paciente foi tratada com medicamentos caseiros e a remissão dos sintomas, após dois tratamentos com mebendazol. Contudo não puderam concluir sobre a eficiência das drogas, devido à medicação empírica e ã administração de 200 mg/dia de mebendazo...

  4. RESPONSABILIDADE PELO FATO DO PRODUTO E DO SERVIÇO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Romero da Costa*

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho tem ênfase em apresentar a espécie de responsabilidade adotada pelo Código Brasileiro de Defesa do Consumidor para os fornecedores de produtos e serviços,  qual seja a responsabilidade objetiva, demonstrando uma inovação trazida por este diploma para responsabilidade civil do Direito pátrio. Bem como a sua fundamentação e noções gerais a fim de que se identifiquem as relações em que deve ser o código aplicado, entendidas essas como relações de consumo.

  5. Tratamento da criptococose do sistema nervoso pelo Amphotericin B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dante Giorgi

    1959-12-01

    Full Text Available Os autores descrevem a evolução dos conhecimentos sôbre a meningoen-cefalite produzida pelo Criptococcus neoformans, analisando as dificuldades anteriormente havidas para o diagnóstico em vida, as quais foram superadas depois que se usou rotineiramente a pesquisa do cogumelo no LCR pelo método de coloração de tinta da China e pela cultura. Assinalam, a seguir, o aparecimento do Amphotericin B, novo antibiótico fungicida que veio modificar o prognóstico desta afecção. Apresentam sua experiência com 14 casos de meningite por criptococos diagnosticados em vida e referem pormenorizadamente 2 casos tratados com o Amphotericin B. O primeiro, de paciente portadora desta afecção, evoluindo de maneira crônica, com períodos de exacerbação que melhoram nitidamente com o Amphotericin B e que está com uma sobrevida de 20 meses. O segundo, de paciente portadora de forma aguda desta afecção que teve cura clínica e está com LCR absolutamente normal, com seguimento de 11 meses. Em ambos os casos foi usada a via endovenosa, sendo feitas séries de 10 injeções, cada uma de 50 mg de Amphotericin B em 500 ml de sôro glicosado a 5%. No primeiro caso foram feitas 4 séries e no segundo apenas duas. Não foram registradas reações colaterais de importância. Os autores terminam considerando o Amphotericin B como um elemento que veio tornar muito mais favorável o prognóstico desta afecção até então mortal.

  6. CAÇÃO E VULNERABILIDADE: UM ESTUDO ETNOGRÁFICO C OM JOVENS E MULHERES EM PRIVAÇÃO DE LIBERDADE. EDUCATION AND VULNERABILITY: AN ETHNOGRAPHIC STUDY AMONG INCARCERATED YOUTHS AND WOMEN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Lucia Guimarães de Mattos

    2013-05-01

    Full Text Available Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa (MATTOS; ALMEIDA; CASTRO, 2011 que investigou a situação educacional das jovens e mulheres em privação de liberdade e de seus filhos utilizando a abordagem etnográfica de pesquisa. Constituíram-se como loci de estudo duas penitenciárias femininas e uma unidade para jovens cumprindo medidas socioeducativas de internação, todas situadas no Estado do Rio de Janeiro. Os registros dos dados realizaram-se com o auxílio de entrevistas etnográficas, vídeos, documentos e fotografias com as análises realizadas pelo método indutivo. Dentre os resultados da pesquisa, apresentam-se, neste artigo, as explicações sobre a situação de vulnerabilidade das jovens e mulheres em privação de liberdade e de seus filhos, com o encarceramento das mães. Além destas, as análises realizadas apontaram para as disparidades socioeducacionais na trajetória de vida das jovens e mulheres, evidenciando que a vulnerabilidade social das mesmas são indicadores de desigualdades que não tem garantido os direitos básicos estabelecidos pelas leis brasileiras e pelos Direitos Humanos.This paper presents results from the research (MATTOS; ALMEIDA; CASTRO, 2011 that investigated the educational situation of incarcerated youths and women and of their children using the ethnographic research approach. The study loci were two female prisons and one female juvenile correctional facility located in Rio de Janeiro State. Data collection took place using ethnographic interviews, videos, documents and photos and the analyses were performed by inductive method. Among the research results, explanations about the vulnerability of incarcerated youths and women and of their children, as a consequence of their mothers’ incarceration are presented in this paper. In addition, the collected data shows that social and educational disparities in the youths and women life course indicates their social vulnerability as a result of

  7. Violence against women: prevalence and associated factors in patients attending a public healthcare service in the Northeast of Brazil Violência contra a mulher: prevalência e fatores associados em pacientes de um serviço público de saúde no Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Arleide da Silva

    2010-02-01

    Full Text Available The prevalence of and factors associated with violence against women attended as outpatients between October 2005 and January 2006 by the Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira (IMIP, Recife, Pernambuco State, Brazil, were investigated using a cross-sectional type study. 619 women over the age of 18 were included in a systematic probabilistic sample. The modified Abuse Assessment Screen (AAS was applied and the data were evaluated statistically by way of univariate and bivariate analyses, using the χ2 or Fischer's exact test and an adjusted multivariate logistic regression model. The prevalence of violence against women was 27.5% (95%CI: 24.0%-31.2% in the twelve-month period prior to the consultation. The associated factors were low level of schooling (OR = 2.34, a history of domestic violence (OR = 2.21 the woman being mentally disturbed (OR = 2.35, and the partner's consumption of alcohol (OR = 1.77. The prevalence of violence was high in the group of women studied, indicating the need to broaden preventive measures and all-round health care for women.Investigou-se a prevalência e os fatores associados à violência contra mulheres assistidas no ambulatório do Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira (IMIP, Recife, Pernambuco, Brasil, utilizando um estudo tipo corte transversal (Outubro/2005 a Janeiro/2006. Foram incluídas 619 mulheres com idade > 19 anos, sendo a amostra probabilística sistemática. Utilizou-se o instrumento Abuse Assessment Screen(AAS, modificado. Os dados foram avaliados estatisticamente por análise uni e bivariada, usando-se o teste χ2 ou exato de Fischer e um modelo ajustado de regressão logística multivariada. Foi de 27,5% (IC95%: 24,0%-31,2% a prevalência de violência contra a mulher nos últimos 12 meses. Os fatores associados foram baixa escolaridade (OR = 2,34, historia de violência familiar (OR = 2,21, transtorno mental da mulher (OR = 2,35 e uso de bebida alcoólica pelo

  8. Construyendo un lenguaje incomun en mujeres víctimas de violencia conjugal Construindo uma linguagem (in comum em mulheres vítimas de violência conjugal Building an in-commom language among women, victims of conjugal violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yolanda Elizabeth Rodríguez de Guzmán

    2008-12-01

    Full Text Available El estudio es de naturaleza cualitativa como el objetivo de analizar las concepciones sobre violencia conyugal de mujeres que sufren ese fenómeno social. El estudio fue realizado en el Centro "Emergencia Mujer" (CEM, de la ciudad de Trujillo, institución estatal, del Ministerio de la Mujer y Desarrollo Social (MINDES del Perú. El método de historia de vida permitió obtener relatos de diez mujeres que denunciaban la violencia perpetrada por sus compañeros. La análisis temática de las historias de vida evidenciaron las concepciones de la violencia que caracterizaron un lenguaje (in común que contiene simbolismos asociados a la ética, estética y moral; conceptúan también a la violencia como enfermedad crónica, generacional y como un estado de malestar.O estudo de natureza qualitativa teve como objetivo analisar as concepções de violência conjugal das mulheres que sofrem esse fenômeno social. Foi realizado no Centro "Emergência Mulher" (CEM, instituição estatal do Ministério da Mulher e Desenvolvimento Social (MINDES na cidade de Trujillo, Perú. O método utilizado foi a história de vida, que permitiu obter relatos de dez mulheres que denunciavam a violência perpetrada pelos seus companheiros. A análise temática das histórias de vida caracterizou uma linguagem (incomum que contém simbolismos associados à ética, estética e moral; conceitua também a violência como doença crônica, geracional e como estado de mal-estar.This qualitative study had as an objective, analyze the conceptions by the women who were submitted to conjugal violence. The study was realized in the Centro "Emergência Mulher" (CEM (Center " Emergence Woman", in the city of Trujillo, state union institution , of the Ministério da Mulher e Desenvolvimento Social (MINDES (Ministry of the Woman and Social Development in Peru. The method used was the ordinary life story, which was possible to obtain registers of ten women who denounced the violence

  9. Teste rápido para detecção da infecção pelo HIV-1 em gestantes Rapid test to detect HIV-1 infection among pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Duarte

    2001-03-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar os resultados do teste de diagnóstico rápido da infecção pelo HIV-1 disponibilizado pelo Ministério da Saúde, para identificação de gestantes contaminadas por este vírus. Métodos: avaliação prospectiva de 443 gestantes sem teste sorológico para HIV no pré-natal, atendidas no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP, entre fevereiro e junho de 2000. As amostras destas pacientes foram submetidas ao teste rápido imunocromatográfico, sendo comparadas com ELISA e confirmadas pela aglutinação. Resultados: dentre as 443 gestantes submetidas ao teste rápido (20,1% dos partos no período, 16 apresentaram resultados positivos (3,6%. Nenhuma amostra negativa pelo teste rápido foi positiva pelo ELISA. Entretanto, das 16 amostras positivas pelo teste rápido, duas foram negativas pelos testes confirmatórios. Logo, a sensibilidade do teste rápido foi de 100,0%, especificidade 99,5%, valor preditivo positivo 87,5% e valor preditivo negativo 100,0%. Conclusões: os resultados obtidos na avaliação do teste para o diagnóstico rápido da infecção pelo HIV-1 em gestantes revelaram sensibilidade, especificidade e valores preditivos que o credenciam como recurso extremamente importante na indicação de medidas que reduzem a transmissão perinatal desse vírus.Purpose: to evaluate the results of a rapid diagnostic test for HIV-1 infection made available by the Health Ministry for the identification of pregnant women contaminated by this virus. Methods: we evaluated prospectively 443 pregnant women with no prenatal serologic anti-HIV test seen at the Department of Gynecology and Obstetrics of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo, from February to June, 2000. Samples from these patients were submitted to the rapid immunochromatographic test, which was compared with ELISA and submitted to a confirmatory

  10. A vagina-escola: seminário interdisciplinar sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Simone Grilo Diniz

    2016-03-01

    Full Text Available O ensino de obstetrícia no Brasil tradicionalmente requer que o aluno realize um certo número de procedimentos para que seja avaliado, o que levou a uma cultura de ensino do uso não informado, não consentido, das vaginas das parturientes mais pobres, usuárias do SUS, pelos alunos de medicina e outras profissões, para o treinamento de habilidades cirúrgicas. Tais abusos permanecem normalizados por uma cultura institucional que não os reconhece como violações de direitos, promovendo um ensino de habilidades descolado do ensino de valores e dos direitos das usuárias. Para promover um diálogo entre os setores envolvidos, realizamos em março de 2015 o evento “A Vagina-escola: seminário sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde”. O seminário foi especialmente oportuno por acompanhar a recente declaração da Oorganização Mundial de Saúde (OMS “Prevenção e eliminação de abusos, desrespeito e maus-tratos durante o parto em instituições de saúde”, reforçando a urgência do tema na Saúde Coletiva.

  11. Representações Sociais de Mulher Cigana entre População Não-Cigana Brasileira e Italiana: Ancoragem Psicológica e Social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Bonomo

    2018-03-01

    Full Text Available RESUMO Referenciados pela abordagem não consensual da Teoria das Representações Sociais, objetivou-se investigar os processos de ancoragem psicológica e social frente às representações sociais de mulher cigana, o que permite analisar a modulação dos objetos sociais a partir do posicionamento interindividual e das experiências compartilhadas pelos sujeitos da representação segundo seu contexto sociocultural de inserção. Participaram do estudo 643 sujeitos não ciganos, brasileiros e italianos, com idade média de 22,81 anos (DP=5,73. Aplicando a análise de correspondência lexical, o processo de ancoragem psicológica indicou a formulação de oito clusters, que caracterizam diferentes representações, segundo as dimensões: mágico-religiosa, maternidade e cuidado com o grupo-família, exclusão social e figuras do feminino. Por meio da análise do processo de ancoragem social, verificou-se que variáveis como contato, sexo e nacionalidade atuam na modulação dessas diferentes representações sobre o objeto, produzindo ambiguidades que, historicamente, têm orientado processos de discriminação contra grupos ciganos.

  12. Relações entre identidade, linguagem e cultura: o léxico da culinária em A casa das sete mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Olivia Mantovani Dal Corno

    2014-12-01

    Full Text Available Em um universo cultural, há regras de convivência social permeando todo o cotidiano. Uma das funções da cultura é permitir a adaptação do indivíduo à sociedade, já que é pela herança cultural que a comunicação se instaura. Não apenas pela linguagem, mas também por seu comportamento, os indivíduos assumem determinada identidade, construída a partir da cultura. Esta, por sua vez, expressa-se por referenciais linguísticos. Dessa perspectiva, o presente artigo tem como objetivo proceder a uma análise das relações existentes entre identidade, linguagem e cultura pelo estudo do léxico relativo à culinária no romance A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski, a partir do qual se busca observar como a construção da identidade regional gaúcha é retratada na obra.

  13. Síndrome metabólica em mulheres na pós-menopausa tratadas de câncer de mama Metabolic syndrome in postmenopausal breast cancer survivors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Aguiar Petri Nahas

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ocorrência de síndrome metabólica (SM em mulheres na pós-menopausa tratadas de câncer de mama. MÉTODOS: Estudo clínico, transversal, com 158 mulheres na pós-menopausa (amenorreia >12 meses e idade ≥45 anos tratadas de câncer de mama e livres de doença há pelo menos cinco anos. Por meio de entrevista foram coletados dados clínicos e avaliados o índice de massa corpórea (IMC e a circunferência da cintura (CC. Na análise bioquímica foram solicitadas dosagens de colesterol total (CT, HDL, LDL, triglicerídeos (TG, glicemia, insulina e proteína C-reativa (PCR. Foram consideradas com SM as mulheres que apresentaram três ou mais critérios diagnósticos: CC>88 cm; TG≥150 mg/dL; HDL colesterol 88 cm afetando 54,4% (86/158 das mulheres. As pacientes sem SM tiveram maior tempo de seguimento quando comparadas àquelas com SM (pPURPOSE: To assess the occurrence of metabolic syndrome (MetS in postmenopausal breast cancer survivors. METHODS: A total of 158 breast cancer survivors were included in this cross-sectional study. Eligibility criteria were: women with amenorrhea >12 months and age ≥45 years, treated for breast cancer and no metastasis for at least five years. Clinical history and anthropometric indicator data (body mass index (BMI, and waist circumference, (WC were collected. Biochemical parameters, including total cholesterol, HDL, LDL, triglycerides (TG, glucose and C-reactive protein (CRP, were measured. MetS was diagnosed as the presence of at least three of the following diagnostic criteria: WC>88 cm, blood pressure≥130/85 mmHg, triglycerides≥150 mg/dl, HDL 88 cm, affecting 54.4% (86/158 of the women. The patients without MetS had a longer follow-up compared those with MetS (p0.05. CONCLUSION: Postmenopausal breast cancer survivors had a higher risk of developing metabolic syndrome and central obesity.

  14. Características clinicoepidemiológicas de um grupo de mulheres com HIV/AIDS em Salvador-Bahia Clinical-epidemiological characteristics of a group of HIV/AIDS infected women in Salvador-Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ceuci de Lima Xavier Nunes

    2004-12-01

    Full Text Available A expansão da infecção pelo HIV/AIDS entre as mulheres e os mais pobres, são importantes características da epidemia no Brasil e no mundo. Estudo descritivo delineou-se com objetivo de descrever um grupo de 82 mulheres com HIV/AIDS de Salvador - Bahia. A idade média é 32 ± 7,2 anos; 75% têm filhos, 82,5% estão desempregadas e o grau de instrução situa-se entre analfabeto e primeiro grau em 77,8%. O número de parceiros sexuais foi igual ou inferior a cinco na vida em 71% dos casos e 25% relatavam um único parceiro. Quarenta e seis (55,4% mulheres apresentaram 77 episódios de infecções oportunistas. A maioria das pacientes tem baixo grau de instrução, baixa renda e poucos parceiros sexuais. A forma de transmissão foi predominantemente sexual, muitas mulheres adquiriram o vírus com o próprio companheiro/ marido.The increasing number of HIV/AIDS infected women is one of the main characteristics of the AIDS epidemic, besides the wide expansion of the disease among the poor. This study focused on a group of 82 women with AIDS from Salvador - Bahia. The mean age was 32 ± 7.2 years, 75% had children, 82.5% were jobless, and 77.8% were illiterate or only had basic education. The number of sexual partners was five or fewer in 71% of cases and 25% had only one sexual partner. Forty-six (55.4% women reported up to 77 episodes of opportunist infections. The majority of the patients were from the lower classes, with no good education, a low income and few sexual partners. The main via of transmission was heterosexual, and many of the women were infected by their steady partner/husband.

  15. O uso de inibidores de apetite por mulheres: um olhar a partir da perspectiva de gênero The use of apetite inhibitors by women: an insight based on the gender perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Magalhães de Melo

    2011-05-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo compreender os motivos que levam mulheres adultas a utilizar medicamentos inibidores do apetite e verificar, a partir da ótica de gênero, como se estabelece a relação dessas mulheres com seus próprios corpos. Orientado pelos princípios da pesquisa qualitativa, utilizou como técnicas de construção de dados a entrevista semiestruturada e a observação direta. Participaram como informantes do estudo seis mulheres usuárias de anorexígenos. Os resultados apontaram que as imagens, a publicidade e as redes sociais contribuem significativamente para a criação de padrões de aparência física e de "estilos de vida", cujo modelo preconiza a boa aparência (corpo magro e a felicidade conjugal. O corpo magro é representado como algo capaz de alterar condições, ou seja, pessoa gorda = pessoa infeliz; e pessoa magra = pessoa feliz. O estudo mostra que é no corpo como lócus que o papel socialmente destinado às mulheres será produzido e reproduzido.The scope of this study was to understand the motives that lead adult women to use appetite inhibitors and to establish, from a gender perspective, how these women relate to their own bodies. It was structured around the principles of qualitative research, and the methods of data collection were semi-structured interviews and direct observation. The informants were six women who used appetite inhibitors. The results indicated that images, publicity and social networks contribute significantly to the creation of new standards of physical appearance as well as lifestyles, which establish appearance (a slim body and a happy marriage as the desired model. The slim body is represented as something able to alter the temperament of the individual, in other words a fat person is an unhappy person and a slim person is a happy person. The study shows that it is in the body per se that the social role destined for women is produced and reproduced.

  16. A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar La vivencia de mujeres en el parto domiciliar y hospitalario Women experience with home and hospital childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cilene Delgado Crizóstomo

    2007-03-01

    Full Text Available Estudo com abordagem qualitativa, objetivando compreender na vivência das mulheres a experiência do parto normal domiciliar e hospitalar bem como discutir a vivência das mulheres nos dois tipos de partos. Os sujeitos do estudo foram sete mulheres multíparas residentes em Batalha PI, e o instrumento utilizado foi um roteiro semi-estruturado com a técnica da entrevista. Os resultados revelaram que os partos domiciliares vivenciados pelas mulheres aconteceram mais rápido, de forma natural, sem intervenções e assistidos por parteiras ou por suas mães. As posições de preferência durante o parto domiciliar foram na rede e no assento, e os partos hospitalares foram laboriosos, complicados e com intervenções traumáticas. A melhor posição e o melhor local do parto escolhidos pelas entrevistadas foram na rede e o domicílio, respectivamente. Conclui-se que o parto domiciliar foi natural e humanizado, já o parto normal hospitalar foi conduzido pelos profissionais com intervenções sem a participação ativa das parturientes, tornando-o traumático, desumano e de risco.Estudio con abordaje cualitativo, objetivando entender la experiencia de mujeres en parto natural en el domicilio y en el hospital, en cuanto se discute la experiencia de las mujeres en ambos tipos de parto. Los sujetos del estudio fueron siete mujeres multiparas que viven en Batalha - Piauí - Brasil, y los instrumentos usados fueran un guión semi-estructurado con la técnica de la entrevista. Los resultados revelaron que los partos en el domicilio experimentados por las mujeres sucedieron más rápidamente, de una manera natural, sin intervenciones y asistido por parteras o por sus madres. Las posiciones preferidas durante el parto en el domicilio fueron en la red y en el asiento, y los partos en el hospital fueran laboriosos, complicados y con intervenciones traumáticas. La mejor posición y la mejor localización del parto, escogidos por las entrevistadas, fueron la

  17. Empoderamento e interdisciplinaridade no combate às violências contra a mulher

    OpenAIRE

    Bittelbrun, Gabrielle Vívian

    2017-01-01

    FLEURY-TEIXEIRA, Elizabeth; MENEGHEL, Stela Nazareth (Orgs.). Dicionário Feminino da Infâmia: acolhimento e diagnóstico de mulheres em situação de violência.  Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2015, 422p.

  18. Empoderamento e interdisciplinaridade no combate às violências contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabrielle Vivian Bittelbrun

    2017-02-01

    Full Text Available FLEURY-TEIXEIRA, Elizabeth; MENEGHEL, Stela Nazareth (Orgs.. Dicionário Feminino da Infâmia: acolhimento e diagnóstico de mulheres em situação de violência.  Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2015, 422p.

  19. O consumo de pornografia na internet numa amostra de mulheres Portuguesas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria João Gaspar

    2012-07-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar e identificar alguns comportamentos sexuais relacionados com o consumo de pornografia online numa amostra de mulheres portuguesas. Método: Neste websurvey participaram 216 mulheres (Média de idade = 27,89; DP = 6,40; máx. = 58; mín. = 18 respondendo a um questionário online acerca do seu consumo de pornografia online e comportamentos sexuais associados. O estudo foi divulgado através do método snowball via e-mail e em diversos chatrooms em diferentes horas do dia e da noite. Resultados: 56,9% das mulheres já visitou sites pornográficos e 7% gasta mais de 6 horas por semana nesta atividade. Entretenimento, curiosidade e obtenção de excitação sexual são as principais motivações para este comportamento. Os resultados revelam ainda uma enorme diversidade de conteúdos pornográficos procurados. Conclusão: Este estudo mostra que a Internet pode ser uma ferramenta usada por algumas mulheres para o consumo de pornografia, com uma diversidade de objetivos e de conteúdos, e permite a identificação de alguns tópicos para futura investigação.

  20. Homens apenados e mulheres presas: estudo sobre mulheres de presos Convicted men and imprisoned women: a study on the wives of prisoners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristian Fabiano Guimarães

    2006-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo conhecer as mulheres de um grupo de apenados e identificar as discriminações que elas sofrem, incluindo as de gênero. Buscamos identificar os possíveis estigmas relacionados à situação de aprisionamento e as estratégias de resistência utilizadas por estas mulheres no cotidiano. A metodologia da pesquisa é qualitativa e as informações foram obtidas por meio de observação participante e de grupos focais com mulheres de presos albergados em um presídio de uma cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre-RS, em regime semi-aberto. As mulheres dos apenados se submetem a situações de controle, baseadas nos sistemas de dominação de classe e de gênero. O estigma em relação a este grupo social apareceu nas entrelinhas dos depoimentos, porém as mulheres resistem ativamente às violências, apoiando-se em redes de parentesco e de vizinhança. A precariedade de redes de apoio social e a falta de informação e acesso ao mercado de trabalho contribuem para a marginalização do apenado e de sua família, deixando clara a importância de estudos que busquem a inclusão deste grupo social.The objective of this research was to know the wives of a group of convicted men, serving their time partially at home, and to identify the discriminations they had to go through, including those of gender. We searched to identify the possible labeling for having a convicted relative and the strategies of resistance that these women use in everyday life. The research method is qualitative and information was obtained by means of participation-observation and focal groups with the wives of convicts in a prison facility in the metropolitan region of Porto Alegre, RS, in a semi-open regime. The wives of convicts submit themselves to situations of control, based on the systems of class and gender domination. From our analysis, the labeling in relation to this social group was found in-between the lines, in other words

  1. Modas e modos domésticos: os manuais de instrução e a educação das mulheres – décadas de 1950 e 1960

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dyeinne Cristina Tomé

    2014-03-01

    Full Text Available O presente estudo tem como principal objetivo o de examinar os ensinamentos e as normatizações veiculadas no Brasil entre as décadas de 1950 e 1960 pelos manuais de instrução femininos – “Economia Doméstica e Puericultura”, “Aprenda a ser Esposa e Mãe”, “Noções de Economia Doméstica”, “Boas Maneiras (Em Família: casa, higiene, beleza e personalidade”, “Aparência Pessoal: conselhos à minha filha” e “Coleção feminina” – . Considerados como artefatos que fazem parte das pedagogias culturais, ensinam, por meio de seus conselhos e dicas, determinadas formas de ser, de ver, de estar e de agir no mundo. Assim, educavam as mulheres a partir de normas e representações sociais, que se mostravam inocentes e não intencionais, acerca de um modelo de feminino e feminilidade compreendido como ideal. É a respeito dessa relação entre processo de educação e representações de um padrão ideal de mulher, centrado no casamento, no lar e na aparência física, que se pretende tratar no presente estudo. Sendo assim, tais manuais de instrução femininos são direcionados às mulheres casadas ou em vistas de adquirir matrimônio, alfabetizadas, urbanas e pertencentes às classes sociais mais abastadas. Com base nos ensinamentos veiculados pelos manuais de instrução femininos, o casamento, compreendido como sinônimo de felicidade eterna e indissolúvel. Com isso, a conservação e manutenção dessa instituição era tarefa de toda mulher que pretendesse ser agraciada com o título de boa esposa e excelente dona de casa; contudo, para isso, era necessário que tivessem domínio em relação às prendas domésticas, fossem peritas no bom relacionamento conjugal e nunca deixassem de lado a boa aparência física. Nesse sentido, compostos de indicações e orientações minuciosas, os manuais cumpriram um importante papel na educação das mulheres ao regular e controlar impulsos, tendo em vista a adequação dos

  2. Desafios à representação política de mulheres na Câmara dos Deputados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Leandro Rezende

    2017-10-01

    Full Text Available Este artigo discute os desafios à representação política de mulheres na Câmara dos Deputados. Argumento que à demanda pela eleição de mais mulheres deve ser agregada a discussão sobre as regras e procedimentos que regulam sua atuação, uma vez que essas podem limitá-la ou torná-la mais efetiva do ponto de vista da representação de mulheres. Avaliando a distribuição de recursos legislativos (vagas em comissões legislativas e presidências de comissões e da Mesa Diretora entre legisladoras e legisladores, pode-se constatar que essa ocorre de forma desigual. Apesar disso, destaca-se positivamente a criação da Secretaria da Mulher, instância que pode potencializar a atuação das legisladoras, mitigando os efeitos decorrentes dessas constituírem uma “pequena minoria”. Por fim, argumento que o desafio de eleger mais mulheres deve se articular à necessidade de garantir que às mulheres já eleitas sejam assegurados recursos que potencializem mudanças que garantam maior presença de mulheres nos espaços de poder e decisão.

  3. A mulher na festa: regras, comportamentos e expectativas em relação às mulheres nos bailes de Rio Grande (década de 1950

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Pelissari

    2009-04-01

    Full Text Available Este artigo procura analisar o lugar da mulher nos bailes que aconteciam em Rio Grande na década de 1950. Por meio de “crônicas sociais” do jornal Rio Grande e de depoimentos de algumas freqüentadoras destas festas pode-se ter uma idéia de como se dava a diferenciação entre homens e mulheres nestes espaços e quais eram as regras e o comportamento esperado e adequado para as mulheres.

  4. O tabagismo e a mulher: riscos, impactos e desafios Women and smoking: risks, impacts, and challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Maria Siqueira Lombardi

    2011-02-01

    Full Text Available O tabagismo entre as mulheres tem cada vez mais merecido destaque devido ao aumento (ou da redução menos acentuada de sua prevalência em comparação com aquela dos homens, bem como devido a especificidades dos efeitos do tabagismo na saúde da mulher. Em 2010, a Organização Mundial da Saúde elegeu para o "Dia Mundial sem Tabaco" o tema "Gênero e tabaco com ênfase na propaganda voltada para a mulher", com o objetivo de estimular políticas de combate às estratégias de marketing da indústria do tabaco e conter a epidemia de tabagismo entre as mulheres. O presente artigo discorre sobre as características do tabagismo na mulher, abordando fatores como prevalência, dependência, a atuação da indústria, riscos à saúde, abordagens à cessação do tabagismo e estratégias de tratamento e prevenção.Smoking among women has drawn increasing attention because of the increase (or less pronounced decrease in its prevalence when compared with that observed for men, as well as because of the specific effects that smoking has on women's health. For the 2010 "World No Tobacco Day", the World Health Organization chose the theme "Gender and tobacco with an emphasis on marketing to women", with the aim of encouraging policies to combat marketing strategies employed by the tobacco industry and to curb the epidemic of smoking among women. In this article, we discuss the characteristics of smoking among women, addressing factors such as smoking prevalence, nicotine dependence, the role of the tobacco industry, health risks, approaches to smoking cessation, treatment strategies, and prevention measures.

  5. A mulher na literatura: seus enquadramentos e a precariedade da emancipação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Cordeiros Lira

    2016-12-01

    Full Text Available A figura histórica feminino presente na literatura do século XVI, por exemplo, expõe um cenário literário sem representatividade feminina em suas obras. A composição da narrativa sobre a mulher estava a cargo de escritores homens, que insuficientemente versavam acerca das mulheres, mas que revelavam a exclusão e repressão feminina nos meios acadêmicos e sociais. Desta forma Virginia Woolf em “Um teto todo seu” traça panoramas históricos e sociais sobre a restrição do sexo feminino a literatura, tanto no acesso a leituras e a aprendizagem, fontes intelectuais que as embase e a liberdade cerceada socialmente de produzir no meio literário e acadêmico. Envolta em uma sociedade excludente, há fomento a uma construção social que desprivilegia a mulher como agente das escritas literárias, inviabilizando a sua emancipação intelectual ao longo da história. Calcado nestes elementos, a teoria do capital humano de Michel Foucault estabelece dialogo sobre as condições de subjugação patriarcal das mulheres, juntamente com o investimento em capital humano não ofertado a elas da mesma forma que aos homens na sociedade. Juntamente com a autora Judith Butler em “Vida precária, vida passível de luto”, há o questionamento teórico sobre o livro de Woolf acerca do enquadramento produzido por uma literatura sexista e excludente, que de forma rasa ou insuficiente via a mulher como um agente social, inferiorizando a sua existência.

  6. Avaliacao da seguranca de diferentes doses de suplementos de acido folico em mulheres do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar a distribuição da ingestão de ácido fólico e a segurança de diferentes doses de suplementos em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS Foram utilizados dados de consumo a partir de dois dias não consecutivos de registro alimentar de 6.837 mulheres em idade reprodutiva (19 a 40 anos participantes do Inquérito Nacional de Alimentação, módulo da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009. Médias e percentis de consumo habitual de folato natural e ácido fólico foram estimados utilizando o método do National Cancer Institute . Cinco cenários foram simulados somando-se diferentes doses diárias de fortificação (400 mcg, 500 mcg, 600 mcg, 700 mcg e 800 mcg ao ácido fólico oriundo dos alimentos consumidos pelas mulheres. Comparou-se o total de ácido fólico (dieta + suplemento com o nível máximo de ingestão tolerável (UL = 1.000 mcg para definir a dose segura de suplementação. RESULTADOS Mulheres com ingestão habitual de ácido fólico acima do nível máximo de ingestão tolerável foram observadas para doses de suplemento de 800 mcg (7,0% das mulheres. Abaixo desse valor, qualquer dose de suplementação mostrou-se segura. CONCLUSÕES O uso de suplementos de até 700 mcg de ácido fólico mostrou-se seguro.

  7. A experiência de adoecimento de mulheres com endometriose: narrativas sobre violência institucional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Alexandre de Souza São Bento

    Full Text Available Resumo O artigo evoca a centralidade ocupada pela categoria relacional de gênero, para iluminar as narrativas de vida de mulheres com uma doença crônica – a endometriose. O objetivo é discutir o significado da experiência de adoecimento de mulheres com endometriose na interface com a violência institucional. À luz do referencial de Bertaux, no método Narrativas de Vida, 20 foram as participantes desta pesquisa convidadas a partir de dois espaços virtuais de discussão e encontros sobre o viver com endometriose. As entrevistas foram realizadas pessoalmente no circuito RJ, SP e MG. A abordagem teórica foi abalizada por autores que tratam da experiência do adoecimento crônico enquanto fenômeno sociocultural, leituras metafóricas do problema e críticas à violência institucional. Os resultados identificam situações de violência de gênero/institucional perpetradas nos diversos espaços de atenção às mulheres. Expressam-se a partir da banalização dos discursos das mulheres; das tensões estabelecidas entre usuárias e médicos, onde o suposto saber leigo funciona como ultraje ao saber biomédico oficial e, precipuamente, na dificuldade de acesso aos serviços, levando as mulheres a uma peregrinação por cuidados e a se submeterem a formas de assistência não necessariamente baseadas em boas práticas.

  8. Vaginose Bacteriana em Mulheres com Infertilidade e em Menopausadas Bacterial Vaginosis In Menopausal Women and in Women with Infertility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam da Silva Wanderley

    2001-12-01

    Full Text Available Objetivo: analisar a prevalência de vaginose bacteriana (VB em mulheres inférteis e em menopausadas e os métodos mais comumente usados na prática clínica para o seu diagnóstico. Métodos: foram avaliadas retrospectivamente 104 pacientes na menopausa e 86 inférteis. A presença de corrimento vaginal característico, pH vaginal >4,5, teste das aminas (whiff test positivo e achado de vaginose bacteriana à coloração da secreção pelo Gram foram considerados positivos. Foi estabelecido diagnóstico de VB quando 3 dos 4 critérios acima fossem satisfeitos. Resultados: analisando os métodos diagnósticos separadamente observamos, entre as menopausadas, 29 pacientes com corrimento vaginal característico (28,1%, 10 (9,6% com whiff test positivo, 68 (65,4% com pH vaginal >4,5 e 34 (32,7% com teste do Gram positivo. Nas mulheres inférteis os resultados foram 20 (23,2%, 13 (15,1%, 61 (70,9% e 26 (30,2%, respectivamente. Ao analisarmos todos os critérios em conjunto, em 14 pacientes na menopausa (13,5% e em 15 inférteis (17,4% foi diagnosticada VB. Conclusão: a prevalência de VB foi similar nos 2 grupos de pacientes. Além disso, todos os métodos diagnósticos devem ser utilizados a fim de não se sub ou super-diagnosticar essa patologia.Purpose: to evaluate the prevalence of bacterial vaginosis (BV in menopausal and in infertile outpatients and to analyze the current clinical diagnostic methods. Methods: we evaluated retrospectively 104 menopausal women and 86 with infertility. Characteristic vaginal discharge on gynecological examination, pH >4.5, positive KOH whiff test, and bacterial vaginosis by Gram test were considered positive. BV was established when at least 3 out of 4 criteria were found. Results: among the menopausal women, 29 patients (28.1% were clinically positive for BV, 10 (9.6% had positive whiff test, 68 (65.4% vaginal pH >4.5, and 34 (32.7% positive Gram test. For the infertile patients the figures were 20 (23.2%, 13

  9. Considerações sobre analgesia controlada pelo paciente em hospital universitário Consideraciones sobre analgesia controlada por el paciente en hospital universitario Patient controlled analgesia in a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Antônio Moreira de Barros

    2003-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O rápido progresso obtido nas técnicas cirúrgicas e anestésicas nos últimos anos proporcionou extraordinário aumento das indicações de procedimentos invasivos. Por outro lado, com o envelhecimento da população, o período de recuperação pós-operatória passou a ser motivo de maior preocupação da equipe de saúde. Para tanto, novas técnicas de analgesia foram criadas e desenvolvidas e, dentre elas, destaca-se a Analgesia Controlada pelo Paciente (ACP. Em nosso país, o Serviço de Dor Aguda (SEDA da Disciplina de Terapia Antálgica e Cuidados Paliativos, do Departamento de Anestesiologia da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, utiliza há muitos anos esta técnica de analgesia. Com a finalidade de atestar a qualidade do serviço prestado, a pesquisa objetiva verificar a eficácia e segurança do método, assim como identificar e caracterizar a população atendida. MÉTODO: De modo retrospectivo, foram avaliados 679 pacientes tratados pelo SEDA, exclusivamente com o método de ACP, durante três anos. Os pacientes foram incluídos na análise aleatoriamente, sem restrições quanto à idade, ao sexo, ao tipo de cirurgia e considerando-se unicamente a possibilidade de indicação da ACP. Foram estudados os seguintes atributos: sexo, idade, tipo de cirurgia, intensidade da dor, dias de acompanhamento, analgésicos utilizados, vias de administração, ocorrência de efeitos colaterais e complicações da técnica. RESULTADOS: 3,96% dos pacientes submetidos a cirurgias e 1,64% dos internados no período observado foram acompanhados com técnica ACP. A cirurgia torácica foi a mais freqüentemente atendida, com 25% dos pacientes. A morfina foi o medicamento mais utilizado (54,2%, sendo a via peridural a preferencial (49,5%. A escala numérica verbal média foi de 0,8 (0-10. Os efeitos colaterais ocorreram em 22,4% dos doentes tratados. CONCLUSÕES: Os resultados foram considerados excelentes quanto

  10. Afecções oculares prevalentes em crianças de baixa renda atendidas em um serviço oftalmológico na cidade do Recife - PE, Brasil Prevalence of ocular disorders in poor children attending an ophthalmologic clinic in Recife - PE, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Costa Albuquerque

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever os distúrbios visuais diagnosticados em um grupo de crianças carentes, assistidas no serviço oftalmológico do Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (IMIP. MÉTODOS: Estudo descritivo, realizado com uma amostra representativa (n=388, selecionada de forma aleatória da clientela de baixa renda na faixa etária de 0 a 15 anos, atendida no período de fevereiro a outubro de 2001 no IMIP. Os diagnósticos, estabelecidos pelos médicos oftalmologistas do serviço, foram classificados de acordo com o CID-10. RESULTADOS: Os distúrbios visuais mais detectados (63,9%, foram os transtornos dos músculos oculares, do movimento binocular, da acomodação e da refração, sendo o estrabismo e a hipermetropia os mais comuns. Seguiram-se os transtornos da conjuntiva e da pálpebra (20,0%, da coróide e da retina (5,1% e do cristalino (3,9. Transtornos da esclerótica e do humor vítreo, glaucoma congênito, cegueira e outros distúrbios foram observados em menor freqüência. CONCLUSÕES: Os distúrbios visuais são comuns nas crianças carentes, sendo os erros de refração e o estrabismo os mais observados na casuística estudada, o que justifica programas de triagem na população infantil.PURPOSE: To describe the commonest visual disorders in a group of poor children attending the Ophthalmology Clinic at the "Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (IMIP". METHODS: Descritive study. A randomly selected sample (n=388 of children under the age of 15, from low-income families, seen at IMIP between February and October 2001. Eye disorders were classifical according to the ICD-10 by ophthalmologists in the clinic. RESULTS: Visual problems related to eye muscular disorders (binocular movement, accommodation, refraction were detected in most cases (63.9% and hyperopia and strabismus were the commonest. Disorders of the conjunctiva and eyelid were found in 20% of the cases, followed by choroid and retina (5.1% and the lens (3

  11. Plantas medicinais utilizadas pela população atendida no "Programa de Saúde da Família", Governador Valadares, MG, Brasil Medicinal plants used by the population assisted by the "Programa de Saúde da Família" (Family Health Program in Governador Valadares County - MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Gonçalves Brasileiro

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo sobre a utilização de plantas medicinais pela população atendida no Programa de Saúde da Família em Governador Valadares, Estado de Minas Gerais, a fim de resgatar, preservar e utilizar este conhecimento em trabalhos com a comunidade. Foi usada a metodologia de questionários pré-estabelecidos, que foram aplicados pelos Agentes de Saúde da Família. O estudo foi feito em 27 bairros da cidade, sendo aplicados 2454 questionários, resultando em 232 plantas citadas como medicinais pela população entrevistada. As principais indicações de uso das plantas medicinais foram como calmante (10%, contra gripe (18% e infecções (9%. A maioria das plantas utilizadas são preparadas na forma de chá (78% e obtidas em cultivo próprio (57%, sendo que, em geral, o conhecimento sobre o uso e modo de preparo da plantas medicinais foi obtido dos familiares (67%. A maioria das espécies citadas e utilizadas popularmente possui atividade farmacológica já comprovada na literatura necessitando, entretanto, de orientação correta sobre seu cultivo e emprego terapêutico.This study was conducted to evaluate the use of medicinal plants by the population assisted by the "Programa de Saúde da Família" in Governador Valadares -MG, in order to rescue, preserve and use this knowledge in works carried out with the community. The preestablished questionnaire methodology was used. Those questionnaires were applied by the Family Health Agents. The study was accomplished in 27 residential quarters, as being applied 2454 questionnaires, and 232 plants were mentioned as medicinal ones by the interviewed population. The main indications for using the medicinal plants were: as sedative (10%, against influenza (18% and infections (9%. Most plants under use are prepared as tea (78% and are obtained in own cropping (57%. In general, the knowledge on the use and preparation of the medicinal plants proceeded from their

  12. Estudo da associação entre hipertonia do complexo esfincteriano anal e dispareunia em mulheres adultas

    OpenAIRE

    Fernandes, Samantha Figueiredo Frota

    2012-01-01

    Existem várias associações entre causas orgânicas e dispareunia, no entanto há poucos estudos que examinam sua relação com a hipertonia da musculatura do assoalho pélvico. Portanto, mulheres com hipertonia neste grupo muscular caracterizam uma amostra relevante para investigar a ocorrência de dispareunia. Objetivo: Estudar a possível associação entre hipertonia do complexo esfincteriano anal e dispareunia em mulheres adultas. Método: Participaram do estudo 57 mulheres, com idade de 18 a 51 an...

  13. Mulheres no jornalismo nipo-brasileiro. Discursos, identidade e trajetórias de vida de jornalistas

    OpenAIRE

    Cristina Miyuki Sato Mizumura

    2011-01-01

    Esta pesquisa discute a multiplicidade de discursos sobre a identidade das mulheres nikkeis no Brasil pela perspectiva do jornalismo produzido na comunidade de imigrantes japoneses e descendentes. Para a análise foram utilizados o suplemento Página Um, a revista Arigatô e o tablóide Japão Agora, por apresentarem reportagens em português que contrariaram alguns estereótipos da mulher japonesa e nikkei. Apesar de serem exceções ao discurso hegemônico que louvava a mulher nipônica abnegada e sub...

  14. Obesidade em mulheres brasileiras: associação com paridade e nível socioeconômico

    OpenAIRE

    Regicely Aline Brandão Ferreira; Maria Helena D'Aquino Benicio

    2015-01-01

    OBJETIVO: Determinar a influência da história reprodutiva sobre a prevalência de obesidade em mulheres brasileiras e o possível efeito modificador de variáveis socioeconômicas sobre a associação entre paridade e excesso de peso. MÉTODOS: Neste estudo retrospectivo, foram analisados os dados de 11 961 mulheres de 20 a 49 anos que participaram da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde 2006, inquérito que utilizou amostragem complexa representativa de mulheres em idade reprodutiva. A associação...

  15. As mulheres em sua família: Mesopotâmia, 2º milênio a.C.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brigitte Lion

    2005-12-01

    Full Text Available As fontes cuneiformes do 2º milênio a.C. fornecem uma abundante documentação sobre as mulheres mesopotâmicas. A partir dos códigos de leis e de numerosos arquivos privados, é possível reconstituir a vida das mulheres comuns em seu quadro familiar. Este artigo analisa a condição feminina através dos diferentes costumes matrimoniais, da situação econômica das mulheres, bem como de suas atividades no interior do lar.

  16. EpiFibro - um banco de dados nacional sobre a síndrome da fibromialgia: análise inicial de 500 mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo C. Rezende

    2013-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A fibromialgia (FM é uma condição dolorosa do sistema musculoesquelético, geralmente acompanhada de vários sintomas em outros sistemas, com uma prevalência no Brasil estimada em 2,5%. Apresentamos os dados iniciais do EpiFibro, um banco de dados nacional de pacientes com FM atendidos em serviços públicos e privados. OBJETIVO: Avaliar como é feito o diagnóstico da doença, identificar um conjunto de domínios clínicos considerados relevantes por médicos e por pacientes com FM, analisar o impacto da doença na qualidade de vida dos pacientes e comparar os achados entre pacientes de serviços público e privado. MÉTODOS: Foram analisadas as respostas das primeiras 500 mulheres nesse banco de dados. Esse banco de dados foi baseado em um questionário contendo dados demográficos e clínicos. O Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, traduzido e validado para o Brasil, foi preenchido pelos médicos e/ou pacientes. RESULTADOS: Uma análise preliminar do banco de dados EpiFibro revelou que as pacientes com FM no Brasil têm um alto impacto da doença avaliada pelo FIQ, uma alta prevalência de sintomas associados, um baixo grau de educação (um achado que pode ser explicado pelo fato de a saúde pública no Brasil ser usada principalmente por aqueles desfavorecidos socialmente e a maioria percebe a sua dor como sendo difusa a partir do início da doença. CONCLUSÃO: Depressão e ansiedade são percebidas como as principais causas dos sintomas da FM, mas uma quantidade significativa considera o esforço no trabalho como o primeiro gatilho. Há um atraso de poucos anos em busca de ajuda médica e para chegar ao reumatologista.

  17. Prevalência de disfunção sexual em dois grupos de mulheres de diferentes níveis socioeconômicos Prevalence of sexual dysfunction in two women groups of different socioeconomic status

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Siqueira Prado

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar se há diferença na prevalência de disfunção sexual e nos escores dos domínios da função sexual entre um grupo de mulheres atendido no serviço público e outro atendido no privado, e apurar se há associação entre disfunção sexual e renda familiar e escolaridade. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram incluídas 201 mulheres sexualmente ativas, com idade de 18 a 45 anos, das quais 90 foram atendidas no serviço público e 111, no setor privado. Avaliaram-se idade, estado civil, uso de anticoncepção hormonal, renda e escolaridade, e todas as mulheres foram submetidas ao Índice da Função Sexual Feminina (IFSF, instrumento utilizado para avaliação da sexualidade. Para análise estatística, foi utilizado o programa SPSS (Statistical Package for Social Sciences versão 15.0, aplicando-se o teste do χ2 para variáveis categóricas e o t de Student para amostras independentes. RESULTADOS: a comparação entre os grupos (setor público versus setor privado não mostrou diferença significativa na prevalência de disfunção sexual (20 e 23,4%, p=0,5 nem nos escores dos domínios sexuais: desejo (3,9±1,3 e 3,8±1,0, p=0,6, excitação (4,5±0,8 e 4,4±0,9, p=0,5, lubrificação (5,2±1,2 e 5,0±0,9, p=0,1, orgasmo (5,0±1,2 e 4,9±1,1, p=0,5, satisfação (5,2±1,2 e 5,1±1,0, p=0,9, e dor (5,3±1,1 e 5,2±1,0, p=0,8. A disfunção sexual ocorreu em 28% das mulheres com renda entre dois e quatro salários mínimos, 17,5% daquelas com renda maior ou igual a cinco salários e em 14,3% daquelas com renda menor ou igual a um salário (p=0,1. Em relação à escolaridade, a disfunção ocorreu em 30,2% das mulheres com ensino fundamental, 24,2% daquelas com ensino médio e 13,4% e das mulheres com ensino superior (p=0,09. CONCLUSÕES: não se observou diferença significativa na prevalência de disfunção sexual e nos escores dos domínios sexuais entre os grupos, nem associação de disfunção sexual com renda

  18. Fatores associados ao futuro reprodutivo de mulheres desejosas de gestação após ligadura tubária Factors associated with the reproductive future of patients wishing pregnancy after being submitted to tubal ligation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Rodrigues da Cunha

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar os fatores associados ao futuro reprodutivo de mulheres submetidas previamente à laqueadura tubária (LT, que desejavam nova gestação, atendidas em serviço público. MÉTODOS: realizou-se estudo prospectivo, no qual foram incluídos 98 pacientes, submetidas previamente a LT, que procuraram o serviço de reprodução humana no período de janeiro de 1996 a janeiro de 2004 desejando nova gestação. Utilizou-se, como instrumento de pesquisa, o seguimento dessas mulheres desde a primeira consulta, na qual solicitaram a reversão do procedimento, até a aplicação do questionário estruturado no final do período do estudo, abordando aspectos sociodemográficos das pacientes nos momentos da solicitação da laqueadura e da reversão do procedimento. RESULTADOS: a média da idade na época da ligadura era de 25 anos, sendo que 55,1% tinham menos de 25 anos, 46,9% tinham três ou mais filhos, e dez tinham apenas um filho. As causas mais comuns para a indicação da LT foram: desejo de contracepção (48%, problemas financeiros (25,5%, e problemas conjugais (15,3%. As principais razões para tentativa de nova gravidez foram: novo matrimônio/novo parceiro (80,6%, ter um novo filho com o mesmo parceiro (8,2%, e morte de um filho (6,1%. O tempo de arrependimento informado pela maioria das mulheres foi entre dois e quatro anos, e a procura pela reversão, no intervalo de seis a dez anos. Para 83,6% da amostra, faltou informação a respeito da laqueadura e dificuldades da reversão. Em 20 pacientes foi realizada recanalização tubária e, das dez mulheres que ficaram grávidas, seis tiveram filhos a termo. Para oito pacientes foi indicada fertilização in vitro, e, destas, quatro mulheres ficaram grávidas e duas conceberam recém-nascidos a termo. CONCLUSÕES: LT em mulheres jovens, vulneráveis e não informadas a respeito do caráter definitivo do método pode aumentar a demanda em serviços de reprodução assistida e

  19. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres Self-assessment of STD/AIDS vulnerability among women, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela F Silveira

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.OBJECTIVE: To investigate risk behaviors and self-assessment of the vulnerability to sexually transmitted diseases (STD and acquired immunodeficiency syndrome (AIDS among women. METHODS: A systematic sample including 48 of 281 census tracts in the urban area of Pelotas, Brazil, was selected. There were interviewed 1,543 women, aged between 15 and 49 years, who had ever been sexually active. Risk behaviors were assessed using a confidential

  20. O conhecimento pré-colombiano do Brasil pelos portugueses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thomaz Oscar Marcondes de Souza

    1961-09-01

    Full Text Available A brilhante emprêsa marítima realizada pelo infante D. Henrique ao longo da costa ocidental da África; a passagem do cabo da Boa Esperança em 1488 por Bartolomeu Dias; o desco-brimento do caminho marítimo para a índia por Vasco da Ga-ma em 1498; as guerras e conquistas na Ásia com a figura ím-par de Afonso de Albuquerque; o ter Portugal mantido por mais de três séculos a integridade territorial do Brasil, vencendo fran-ceses, holandeses e espanhóis, não satisfazem a vaidade nacio-nal de certos historiadores portuguêses . Querem mais . Que-rem que tudo que possa constituir prioridade, em se tratando de descobrimento marítimos, pertença a Portugal. Navegado-res do quilate de Colombo, Caboto, Vespucci, Pinzon, Verraz-zano, Cartier e outros, não passam de medíocres, de embustei-ros e de falsos descobridores que se apropriaram de glórias alheias, sendo que o Genovês, o pouco que sabia de navegação, aprendeu em Portugal.

  1. Human papillomavirus status and cervical abnormalities in women from public and private health care in Rio de Janeiro State, Brazil Papilomavírus humano e anormalidades cervicais em mulheres do sistema de saúde privado e público no Estado do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ledy H.S. Oliveira

    2006-10-01

    . Um grupo de 454 mulheres oriundas de serviços da rede privada de saúde foi testado por Captura do Híbrido II. Destas, 58,4% apresentaram infecção por HPV e cerca de 90% delas estavam infectadas por HPV de alto risco. Este grupo, entretanto, apresentava poucos casos de lesões cervicais pré-malígnas e nenhum caso de câncer. Estudamos, também, 220 mulheres de baixo nível econômico atendidas no serviço de saúde pública que foram testadas para HPV pela reação da polimerase em cadeia utilizando-se os oligonucleotídeos My09/My11. A identificação dos tipos foi efetuada por amplificação com oligonucleotídeos específicos para a região E6 do genoma viral. A prevalência de HPV nesta população foi de 77.3%, observando-se uma alta porcentagem de casos de neoplasias intraepiteliais cervicais de alto grau (26,3% e de carcinoma cervical invasivo (16,3%. A infecção por HPV foi achada em, respectivamente, 93,1% e 94,4% destes casos. A média de idade em ambos os grupos era de 31,5 e 38 anos, respectivamente. Na série 1, a prevalência da infecção por HPV decresce com a idade, enquanto na série 2 ela não desaparece, dando suporte não só à idéia de persistência viral neste grupo, mas também a variações epidemiológicas na mesma área geográfica. Diferenças significativas foram vistas nos dois grupos. Casos normais e benignos foram incidentes na série 1, enquanto as lesões malígnas predominaram na série 2. Ao contrário, casos normais infectados por HPV eram prevalentes na série 2 (p < 0.001, indicando maior exposição ao vírus. Embora as mulheres de ambos os grupos tenham sido incluídas no estudo por apresentarem citologia anormal, evidências sócio-demográficas demonstram que mulheres da série 1 tem acesso mais fácil e rápido ao tratamento do que as mulheres da série 2 antes que as lesões pré-malígnas se desenvolvam. Estes resultados fornecem dados sobre o papel das desigualdades sociais associadas à infecção por HPV de

  2. Ingestão alcoólica em vítimas de causas externas atendidas em um hospital geral universitário Ingestión alcohólica en víctimas de causas externas atendidas en un hospital general universitário Alcohol consumption among victims of external causes in a university general hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Efigênia Aparecida Maciel de Freitas

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a freqüência de ingestão alcoólica em vítimas de causas externas atendidas em hospital. MÉTODOS: Estudo realizado com vítimas atendidas em um hospital geral universitário em Uberlândia (MG, de fevereiro a agosto de 2004. A alcoolemia foi determinada em 85 pacientes no pronto-socorro e entrevistaram-se outros 301 internados nas enfermarias sobre possível ingestão alcoólica previamente ao trauma; em ambos os grupos foi aplicado o questionário Cut-down, Annoyed by criticism, Guilty and Eye-opener (CAGE. Para as comparações das freqüências foi utilizado o teste exato de Fisher. RESULTADOS: A alcoolemia foi positiva em 31,8% dos pacientes testados, os quais mais freqüentemente necessitaram de internação (70,4% versus 37,9%; pOBJETIVO: Estimar la frecuencia de ingestión alcohólica en víctimas de causas externas atendidas en hospital. MÉTODOS: Se realizó estudio con víctimas atendidas en un hospital general universitario en Uberlandia (Sureste de Brasil, de febrero a agosto de 2004. La alcoholemia fue determinada en 85 pacientes en la emergencia y se encuestaron 301 internados en las enfermerías sobre posible ingestión alcohólica previamente al trauma; en ambos grupos fue aplicado encuesta Cut-down, Annoyed by criticism, Guilty and Eye-opener (CAGE. Se utilizó la prueba exacta de Fisher para comparar las frecuencias. RESULTADOS: La alcoholemia fue positiva en 31,8% de los pacientes evaluados, los cuales necesitaron de internación con más frecuencia (70,4% versus 37,9%; pOBJECTIVE: To estimate frequency of alcohol consumption among victims of external causes cared for in a hospital. METHODS: Study performed with victims cared for in a university general hospital in the city of Uberlândia (Southeastern Brazil, between February and August 2004. Blood alcohol content was determined from 85 patients in the emergency room. Other 301 patients, hospitalized in the outpatient clinics, were interviewed about

  3. O discurso de parto de mulheres vivenciando a experiência da primeira gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia R. Nozawa

    1996-01-01

    Full Text Available Este trabalho é parte integrante de um estudo realizado junto a um grupo de mulheres, clientes de um centro de saúde escola, que vivenciavam a experiência da primeira gravidez, com o objetivo de desenvolver e avaliar uma ação educativa participante. A ação educativa foi desenvolvida sob a perspectiva de uma relação pedagógica calcada no diálogo e na participação ativa das educandas no processo, assim, o referencial metodológico do estudo inspirou-se na concepção de educação libertadora e na metodologia participativa em pesquisa. Os dados apresentados e a análise realizada referem-se à discussão sobre o parto que apresentou-se como tema central durante todo o processo educativo. Pelo emprego da Análise de Discurso como instrumento de avaliação da ação realizada foi possível identificar o sentido predominantemente negativo de parto no discurso das gestantes, bem como discutir o processo de constituição desse discurso apontando estratégias que promovam a superação de tal significado visando subsidiar a prática educativa realizada por profissionais de saúde junto a esse grupo específico da clientela.This paper is part of a study carried out with a group of women, at a school health centre, experiencing their first gestation. The study aims at developing and evaluating a participative educative action. Such action has been developed from a pedagogic relation perspective based on dialogue and active participation of the women in in the educative process. Thus the methodological framework derived from the concept of freeing education and participation research methodology. Both the data used and analysis perfomed refer to the discussion on delivery - the central issue of the whole educative process. The use of Discourse Analysis as an evaluative tool of the action allowed the identification of the predominantly negative meaning of delivery in the pregnant women's discourse as well as the discussion of the production

  4. Mulheres budistas como líderes e professoras Buddhist women as leaders and teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita M. Gross

    2005-08-01

    Full Text Available No budismo, o papel do professor de dharma (religioso é a função mais prestigiosa, e o professor de dharma tem mais autoridade do que qualquer outro líder. Apesar de os ensinamentos budistas não conterem nenhuma doutrina que limite essa função ao homem, na prática, em toda a história budista, foram pouquíssimas as mulheres que se tornaram conhecidas como professoras de dharma. Algumas pessoas acham que essas práticas não prejudicam as mulheres, porque estas podem, ainda assim, receber os ensinamentos, fazer as práticas mais avançadas e obter altos níveis de esclarecimento espiritual. Contudo, eu afirmo que o fato de não haver professoras de dharma reconhecidas foi nocivo seja para as mulheres budistas, seja para o próprio budismo. Isso tem a ver com o legado das comunidades de monjas em muitas partes do mundo budista, com os baixos padrões de educação para as mulheres, com o fraco prestígio de que gozam as praticantes mulheres, com a falta de modelos para as mulheres e com a perda da sabedoria feminina na herança do pensamento budista. Até que as professoras de dharma não forem amplamente reconhecidas e honradas, o budismo continuará sendo perseguido por seu passado patriarcal, com o prejuízo de todos.In Buddhism, the role of the dharma (religious teacher is the most prestigious role, and dharma teachers have more authority that any other leaders. Though the Buddhist teachings contain no doctrines that limit this role to men, in practice throughout Buddhist history, very few women have been publicly acknowledged as dharma teachers. Some people claim that this practice does not harm women because women can, nevertheless, receive teachings, do advanced practices, and attain high states of spiritual realization. However, I claim that the practice of not recognizing women as dharma teachers has been very harmful both to Buddhist women and to Buddhism itself. It has lead to the demise of the nuns' community in many parts of

  5. Tipología de la dependencia de las personas con discapacidad atendidas en centros residenciales, de día y ocupacionales.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Fernández Fernández

    2008-01-01

    Full Text Available El estudio analiza el nivel de dependencia o necesidad de ayuda de las personas atendidas en Centros de Día, Ocupacionales y Residenciales. El análisis incluye el cálculo de la dependencia global de los usuarios para una serie de factores y tipos de centro y el contraste de diferencias entre estos últimos. Como resultado apreciamos que la dependencia de la muestra analizada se sitúa en un 62.22%, siendo los usuarios de Centros de Día y Residenciales los que presentan valores más altos, debido fundamentalmente a la dificultad para la realización de actividades domésticas, la comunicación y la autonomía personal. El estudio nos permite establecer perfiles de autonomía/dependencia de los usuarios en los distintos servicios en que son atendidos, lo que resulta de gran utilidad para organizar los programas formativos previstos por la Ley de Autonomía Personal y Atención a las Personas en Situación de Dependencia. ------------------------------------------------------------------------ Tipology of the dependence of people with disabilities attend in residencial care, day centres and vocational training centres. The aim of this study is to analyze the level of dependence or need of aid of the people attended in Residential, Day Centers and Vocational Training Centers. The analysis includes the calculation of the global dependence of the users for each factor and type of center and the contrast of differences among these last. As a consequence of the study we appreciate that the dependence of the sample analyzed is situated in a 62.22%, being the users of the Day Centers and Residential the ones that present higher values, due fundamentally to the difficulty for the execution of Domestic Activities, Communication and Personal Autonomy. The study carried out permits us to establish profiles of autonomy/dependence of the users in the different services in wich they are attended, what results of great utility to organize the common

  6. A mulher junto às criminologias: de degenerada à vítima, sempre sob controle sociopenal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Martins

    2009-04-01

    Full Text Available Este artigo apresenta figuras referentes à mulher junto às criminologias, bem como discute suas repercussões no código penal brasileiro. É identificada na criminologia positivista a figura da criminosa nata relacionada à prostituição, à mulher masculinizada e à atávica; bem como da vítima, seja ela criminosa por dependência do homem, seja pela necessidade de proteção do Estado. Estas figuras têm em comum o fato de servirem ao controle social da mulher. Em oposição, na criminologia feminista se verifica a figura da mulher emancipada, que não busca no direito penal a solução de conflitos que são de ordem social, econômica e política.

  7. História de vida de mulheres que estudam no curso de pedagogia na UNEMAT de Sinop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemary Lopes Galvão

    2016-12-01

    Full Text Available A pesquisa teve como objetivo compreender os significados atribuídos à formação docente a partir da história de vida em mulheres estudantes no curso de Pedagogia. Esta foi realizada durante o período letivo de 2016/01 na Universidade do Estado de Mato Grosso de Sinop. A pesquisa teve seu tratamento em uma abordagem qualitativa e, como metodologia, a história de vida na modalidade oral. Conclui-se que as mulheres tiveram que superar o preconceito machista que imputa a elas a condição de reprodutora das atividades domésticas. As narrativas explicitaram limites entre a dimensão de luta e o fato de serem sujeitos de direito da mulher. Palavras-chave: história de vida; mulheres; pedagogia; formação docente.

  8. VALE QUANTO PESA: o que leva(m mulheres grávidas à prisão?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloisa Vieira Simões

    2017-11-01

    Full Text Available O exponencial crescimento do número de mulheres encarceradas no Brasil não mudou o contexto de invisibilidade em que vivem. Diante de tal silêncio, e tendo a percepção de que é em face do feminino e de seu corpo que o sistema de justiça criminal parece expressar sua mais perversa atuação, o Projeto Mulheres pelas Mulheres se propôs a dar voz e visibilidade a essas mulheres. A partir de uma série de entrevistas – com as próprias internas e com as mulheres que visitavam presos nas penitenciárias de Piraquara-PR – foi possível traçar um perfil da mulher encarcerada no Paraná. Entretanto, chamou a atenção a expressiva quantidade de mulheres grávidas e com bebês dentro do sistema. Assim, tendo como base uma epistemologia feminista, foi possível perceber, através dos relatos e de informações a respeito da visita, da revista e das circunstâncias da prisão de determinadas mulheres, um padrão, uma série de histórias repetidas. Mulheres grávidas que, nas filas para a visita, recebem ofertas razoáveis de dinheiro em troca de um serviço, cujo sucesso já estaria acertado com os responsáveis pela revista. Em um instante, porém, tornam-se, para o sistema de justiça criminal, traficantes. Mulheres-traficantes que trazem no ventre a paradoxal contradição de serem mulheres-traficantes-grávidas, subvertendo a ordem de gênero e os papeis naturalmente estabelecidos, caracterizando aquilo que, simbolicamente, não se admite: que uma criminosa seja, também, mãe.

  9. Infestaçao humana pelo Dipylidium caninum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Lemos

    1985-12-01

    Full Text Available Os autores descrevem um caso de infestação pelo Dipylidium caninum numa criança residente em Araguari, Minas Gerais, que apresentou lesões cutâneas, insônia, irritabilidade, vômitos eperda do apetite. Relatam a eliminação abundante deproglotes quando a paciente foi tratada com medicamentos caseiros e a remissão dos sintomas, após dois tratamentos com mebendazol. Contudo não puderam concluir sobre a eficiência das drogas, devido à medicação empírica e ã administração de 200 mg/dia de mebendazol, contrariando a dosagem recomendada para Cestodas, que é de 400 mg/dia. Relatam, ainda, que exames das fezes do cão de propriedade da família revelaram apenas a presença de ancilostomídeos.The authors describe a case of Dipylidium caninum infestation in a child living in Araguari, state of Minas Gerais, Brazil, who has presented skin lesions, insomnia, irritability, vomitingand lossof appetite. When the patient was treated with folk medicine they noticed excessive elimination of proglotids and the elimination of symptoms after being treated twice with mebendazol. However it was not possible to conclude anything about the drugs, due to the empiric medication and the administration of mebendazol in a dose of200 mg daily, which is not the quantity recommended for Cestodes (400 mg daily. The fecal examination of the dog that belongs to the family showed only ancylostomides.

  10. Representações sociais de mulheres profissionais do sexo sobre a AIDS Social representations of AIDS by female sex workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Castro Oltramari

    2004-08-01

    Full Text Available Este estudo trata do risco da AIDS para profissionais do sexo e seus parceiros. Foram entrevistadas 40 mulheres com idade entre 19 e 47 anos. Pouco menos da metade tinha parceiro fixo. Utilizaram-se entrevistas semi-estruturadas para a obtenção do material verbal, que foi analisado pelo software ALCESTE. Verificaram-se três aspectos da representação social da AIDS: o primeiro destaca-a como uma doença do "outro" (48,3% das unidades de contexto elementar, ou UCE; o segundo define-a como uma doença que ameaça todos os que não usam preservativo (26,7% das UCEs; e o terceiro estabelece ligação da AIDS com uso de drogas e pessoas "suspeitas" (25,0% das UCEs. Conclui-se que as mulheres que têm relação com parceiro fixo não-cliente e com clientes são mais vulneráveis que as outras, pois elas não transferem a experiência de proteção adotada diante dos clientes para as relações com seus parceiros fixos.This study focuses on female sex workers and their respective partners. Semi structured interviews were performed with 40 women with ages between 19 and 47. Around half of the subjects had a fixed relationship. The software ALCESTE analyzed the collected data. Three salient aspects of the social representations of AIDS were detected and are here considered by order of importance: first, AIDS was seen as a disease which affects others, involving 48.3% of the UCE; second, AIDS was seen as a disease that represents a menace to everybody and was seen as being caused by a neglectful use of condoms (26% of UCE; third, AIDS was associated to the use of drugs and to people arousing suspicion. Data also suggested that women who had fixed relationships out of commercial relations were more vulnerable than the others for they did not behave as protectively with their fixed partners as they did with their clients.

  11. Jornadas de trabalho de mulheres e homens em um assentamento do MST Workdays of men and women in a collective settlement of the landless movement (MST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    2004-04-01

    Full Text Available Este texto busca discutir a divisão do trabalho em um assentamento coletivo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST, em Santa Catarina, marcado pela proposta de coletivização da terra e dos meios de produção. Nessa forma de organização, busca-se, seguindo as diretrizes estabelecidas pelo MST, a transformação igualitária e solidária da sociedade, incluindo a construção de novas relações de gênero. O que se observou é que, no cotidiano, mulheres e homens, sujeitos históricos e culturais, apropriam-se desses discursos de gênero, ao mesmo tempo que buscam lidar com as contradições que se apresentam. Entre estas, colocam-se as diferentes jornadas de trabalho que, apoiadas em padrões relacionais fixos, determinam oito horas diárias para os homens na produção e quatro para as mulheres, em função do trabalho doméstico e do cuidado das crianças.This text presents a discussion on the division of labor in a collective settlement of the Landless Movement (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST in Santa Catarina, characterized by the collectivization of land and of all means of production. Within this form of organization and according to the directives established by the MST, an equalitarian and solidarious transformation of society, including the construction of new genre relations, is sought for. What has been noted, throughout the daily routine, is that men and women alike, both historical and cultural subjects, appropriate this discourse at the same time in which they try to deal with upcoming contradictions. Within the latter, and based on fixed relational standards, different work hours are thus established. Men are determined to work on a daily eight hour basis in production whereas women, due to domestic work and child rearing, are granted a four hour schedule.

  12. Efeitos de um programa de reabilitação pulmonar sobre mecânica respiratória e qualidade de vida de mulheres obesas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Sonehara

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A obesidade é uma doença metabólica caracterizada por uma etiologia multifatorial que propicia o acúmulo de gordura levando a quadros de morbidade e mortalidade. OBJETIVO: Verificar os efeitos de um programa de reabilitação pulmonar sobre a mecânica respiratória, a capacidade funcional e a qualidade de vida de 20 mulheres obesas sedentárias com idade média de 48,75 ± 13,71 e IMC de 34,54 ± 3,85 kg/m². MATERIAIS E MÉTODOS: As voluntárias foram entrevistadas usando o questionário SF-36 como instrumento para determinar qualidade de vida, seguido da mensuração da massa corporal, estatura, cirtometria tóraco-abdominal, volume minuto e corrente, capacidade vital lenta, pressão inspiratória e expiratória máxima. A comparação dos resultados pré e pós-programa de reabilitação pulmonar foi pelo teste t de Student pareado, observando-se um valor p < 0,05. RESULTADOS: Os resultados após o programa foram estatisticamente significativos (p < 0,05 para o volume minuto de 11008,30 ± 5035,53 mL (p = 0,001, volume corrente de 758,70 ± 345,78 mL (p = 0,023, capacidade vital lenta com 2632,95 ± 852,25 mL (p = 0,001, pressão inspiratória máxima com - 69,75 ± 21,37 cmH2O (p = 0,045 e pressão expiratória máxima com 74,50 ± 28,23 cmH2O (p = 0,000 e na percepção da qualidade de vida em seu estado geral de saúde 76,5 ± 14,04 (p = 0,033, aspectos sociais 83,1 ± 18,71 (p = 0,031, aspectos emocionais 88,4 ± 19,52 (p = 0,042 e na saúde mental 83,4 ± 14,81 (p = 0,049. CONCLUSÃO: O programa de reabilitação pulmonar proposto promoveu efeitos positivos melhorando a mecânica respiratória e a qualidade de vida das mulheres obesas sedentárias.

  13. Falhas na identificação da infecção pelo HIV durante a gravidez em São Paulo, SP, 1998 Deficiencies in diagnosing HIV-infection during pregnancy in Brazil, 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HHS Marques

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O aumento de casos de Aids em mulheres no Estado de São Paulo desencadeou uma série de medidas para reduzir a transmissão materno-infantil do HIV. Assim, realizou-se estudo com o objetivo de avaliar falhas na implantação dessas medidas, do ponto de vista da cobertura e da qualidade do pré-natal, em serviços de referência que atendem mulheres soropositivas no Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas, por meio de questionário estruturado, todas as mulheres soropositivas de três cidades do Estado de São Paulo (São Paulo, Santos e São José do Rio Preto. Todas as mulheres possuíam no mínimo 18 anos de idade, tiveram filhos em 1998 e fizeram consulta com infectologista (ela mesma ou seu filho. As mulheres foram avaliadas quanto à realização do pré-natal e ao conhecimento da soropositividade para o HIV antes, durante ou após a gestação. RESULTADOS: Do total de 116 mulheres, 109 (94% fizeram pré-natal, 64% procuraram os serviços durante o primeiro trimestre, e o número de consultas foi de pelo menos três em 80% dos casos. A idade média das mulheres que fizeram pré-natal foi de 29,1 anos, estatisticamente maior do que a das mulheres que não o fizeram (24,3 anos. Sabiam ser soropositivas antes de engravidar 45% das mulheres, 38% souberam durante a gravidez, e 17%, após o nascimento da criança. O teste para o HIV foi oferecido para 82% das mulheres que não conheciam seu status sorológico. Destas, apenas 56% receberam explicação sobre a importância do teste. As unidades básicas de saúde (UBS foram os locais onde a informação menos ajudou a conhecer o risco para a criança (p=0,037 e a necessidade de tratamento (p=0,0142. CONCLUSÕES: As principais falhas identificadas foram o não-oferecimento do teste HIV durante a gestação e a inadequada qualidade da informação. O principal local de atendimento para essas pessoas são as UBS. Estas foram as que menos contribuíram para a compreensão dos

  14. Mulheres brasileiras na mídia portuguesa Brazilian women at the portuguese media

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pontes

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo trata das representações sobre as mulheres brasileiras na mídia portuguesa, explorando questões relativas a gênero em intersecção com nacionalidade/ etnicidade. Nestas representações são verificados processos de essencialização e exotização da identidade nacional brasileira e a sexualização destas mulheres. Relaciono tais processos com o contexto atual de intensificação da imigração brasileira em Portugal.This article deals with the representations of Brazilian women in Portuguese media, exploring gender issues in interaction with nationality/ethnicity. In these representations there are essencialization and exoticization processes of Brazilian national identity and sexualization of these women. I relate these processes with contemporary increase of Brazilian immigration to Portugal.

  15. Mulheres com diabete melito gestacional : conhecendo a doença e convivendo com ela

    OpenAIRE

    Joice Moreira Schmalfuss

    2011-01-01

    O diabete melito gestacional é um grupo de doenças metabólicas que pode afetar qualquer mulher e, quando não controlado, causar consequências graves para o binômio mãe/bebê. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritivoexploratório, que analisou o que as mulheres com diabete melito gestacional conhecem sobre a doença e como elas convivem com essa condição. O estudo foi realizado em um hospital universitário do município de Porto Alegre/RS, por meio de entrevistas com 25 gestantes d...

  16. Violência contra a mulher no parto : um olhar sobre a pesquisa da rede cegonha

    OpenAIRE

    Arruda, Kelly Gonçalves Meira

    2016-01-01

    A violência na atenção obstétrica tem se mostrado ao longo da história como um processo que perpassa campos diversos da saúde pública com alcances negativos para as mulheres principalmente as que dão à luz no SUS. O levantamento histórico do tema da humanização faz perceber a relevância de se coibir e enfrentar práticas de ‘descuidados’ com as mulheres no âmbito do SUS. A Pesquisa da Rede Cegonha vem com o propósito significativo de implementação de uma nova cultura institucional no SUS, a es...

  17. Silenciadas: abordagem de notícias sobre mulheres assassinadas no Tocantins

    OpenAIRE

    Miranda, Cynthia Mara; Veloso dos Santos, Cleide das Graças; Anjos, Ana Carolina Costa dos

    2017-01-01

    O artigo verifica o uso do termo feminicídio na cobertura jornalística de homicídios de mulheres, praticados por seus companheiros ou ex-companheiros, por razões da condição do sexo feminino, quando o crime envolve violência doméstica e familiar, bem como o menosprezo ou discriminação à condição de mulher. A amostra é composta por oito matérias veiculadas na versão online do Jornal do Tocantins, especificamente no ano de 2016. Metodologicamente faz uso da Análise de Conteúdo. A pesquisa busca...

  18. O mito do gaúcho em A casa das sete mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menger, Amanda da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available O presente artigo, O mito do gaúcho em A Casa das Sete Mulheres, trata do mito do gaúcho. Aborda desde o seu conceito, a sua formação até a perpetuação. Para isso, o trabalho faz uma retomada histórica do gaúcho, entre o pária e o herói e a influência da História e das Tecnologias do Imaginário, teoria proposta por Juremir Machado da Silva (2003, para esta mudança. O artigo também trata da imagem do gaúcho apresentada pela minissérie A Casa das Sete Mulheres

  19. Eosinofilia no sangue periférico de mulheres com candidiase vaginal recorrente

    OpenAIRE

    Queiroz Filho,José; Gonçalves,Ana Katherine; Cavalcante Júnior,Geraldo Barroso; Pessoa,Daliana Caldas; Eleutério Júnior,José; Giraldo,Paulo César; Sales,Valéria Soraya de Farias

    2013-01-01

    OBJETIVO: Quantificar o número de células de defesa e os níveis de imunoglobulina E (IgE) no sangue periférico em amostra de mulheres com candidíase vaginal recorrente. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com 60 mulheres, 40 com candidíase vulvovaginal e 20 do grupo controle (sem doença). As células de defesa foram identificadas utilizando um sistema de impedância combinada com a citometria de fluxo, os níveis de IgE total e específica foram medidos por meio de técnicas de quimiluminescência...

  20. A vida pessoal de trabalhadoras do sexo: dilemas de mulheres de classes populares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina França

    Full Text Available Resumo O artigo considera como mulheres prostitutas articulam suas relações afetivo-sexuais, condições econômicas e vida profissional. Observando suas experiências e seus relatos de relações com parceiros pessoais, antes e depois do início da prostituição, trata de aproximar a vida e os dilemas de trabalhadoras do sexo dos de outras mulheres, especialmente brasileiras de classes populares. Ao fazê-lo, aborda questões como gênero, maternidade, conjugalidade e suas tensões. Além disso, considera as especificidades de relacionamentos íntimos colocadas pela prostituição, e situações de envolvimento amoroso entre prostitutas e clientes. Atravessando os diversos temas, aparecem conexões entre afetos, sexualidade, dinheiro e trabalho.

  1. Mulheres em cooperativas rurais virtuais: reflexões sobre gênero e subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    Full Text Available Este artigo busca apresentar uma reflexão sobre gênero e subjetividade, a partir da participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais localizadas em municípios da região sul de Santa Catarina. Conforme define a literatura estudada, tal modelo de cooperativa se diferencia do modelo tradicional, pois, entre outros aspectos, não possui sede fixa, reúne um grupo de 20 a 30 agricultores e movimenta uma grande variedade de produtos em pequenas quantidades. Trata-se de uma análise ampliada com base em dados coletados em pesquisa desenvolvida no período de 2011-2012 (PIBIC-UNESC/CNPq. A pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos por meio da entrevista semiestruturada. Foram entrevistadas dez mulheres, com idades entre 36 e 54 anos, participantes de três cooperativas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas de acordo com procedimentos da análise de conteúdo. Os resultados e discussão apresentam o processo de formação das cooperativas, a participação e os produtos comercializados pelas cooperadas; além de discorrer sobre a participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais, a visibilidade social e o reconhecimento do trabalho feminino. Em grande medida, foi possível verificar que a participação de mulheres em cooperativas possibilitou benefícios não apenas financeiros, pela comercialização da produção, mas também reconhecimento social e subjetivo.

  2. Trends of stroke subtypes mortality in Sao Paulo, Brazil (1996-2003 Tendência da mortalidade pelos subtipos da doença cerebrovascular (1996-2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo A. Lotufo

    2005-12-01

    Full Text Available The decline of stroke mortality rates has been described in Brazil; however, there is no data about stroke subtypes. We described the changes of stroke mortality rates in the city of Sao Paulo (1996-2003 emphasizing intracerebral hemorrhage and cerebral infarction. We categorized mortality data by gender and 10-year age-strata from 30 to 79 years-old. For men, an annual reduction of all types of stroke (-3.9%, and of stroke subtypes as intracerebral hemorrhage (-3.0% and cerebral infarction was observed (-2.7% as well as, a decline of ill-defined stroke (-7.4%. For women, a decline was observed for all types of stroke (-3.3% and for ill-defined stroke (-12%. However, the switch of ill-defined cases to stroke subtype categories due to a better clinical diagnosis blurred a real decline of both cerebral infarction and intracerebral hemorrhagic stroke among women.O declínio da mortalidade pela doença cerebrovascular no Brasil é conhecido, porém há poucos dados sobre a evolução temporal dos dois principais subtipos, a hemorragia parenquimatosa e o infarto cerebral. As modificações temporais dos subtipos de doença cerebrovascular foram estudadas na cidade de São Paulo entre 1996 e 2003 por gênero e faixa etária decenal entre os 30 e 79 anos. Para os homens detectou-se redução anual para todo os tipos (-3,9%, para hemorragia parenquimatosa (-3,0%, para infarto cerebral (-2,7% bem como para os casos mal definidos (-7.4%. Para as mulheres somente houve variação significativa para todos os tipos da doença cerebrovascular (-3,3% e para os casos mal definidos (-12%. Concluindo, as taxas de doença cerebrovascular estão em queda, porém entre as mulheres devido à melhoria do diagnóstico clínico houve migração de casos mal definidos para casos bem definidos. Devido a isso não foi possível detectar declínio nas taxas de mortalidade pelos subtipos de doença cerebrovascular.

  3. As mulheres, os outros e as mulheres dos outros: feminismo, academia e Islão Womens and their others feminism, academy and islam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cardeira da Silva

    2008-06-01

    Full Text Available O véu, real ou metafórico, das mulheres muçulmanas faz, hoje em dia, parte de um claro e sonante argumentário político a diferentes níveis. Este artigo relembra a necessidade de objectivar o modo como as relações generificadas entre a Antropologia, o Islão e as políticas internacionais e nacionais contribuíram para a produção desse argumentário, concorrendo, assim, para o seu espessamento político. Para "descobrir" as mulheres muçulmanas, a Antropologia tem que se "desvelar" de constrangimentos políticos imediatos.Nowadays, the veil of the Muslim women - either real or metaphoric - make part of clearly and sounding political rhetorics at different levels. It is my intention to remind that gendered relationships between Anthropology, Islam and international and national politics have largely supplied the production of this speech-making, concurring, thus, for its political thickness. This is why these relations must always stay under scrutiny regardless of the scale of our ethnographies, reminding us that the first step to 'unveil' Muslim women is to allow political immunity to anthropological inquiry.

  4. O custo da cura: vivências de conforto e desconforto de mulheres submetidas à braquiterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Míbsam Lysia Carvalho Alves Soares

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descrever as vivências de conforto e desconforto de mulheres que se submeteram à braquiterapia para tratamento de câncer do colo uterino. Métodos: Estudo qualitativo, desenvolvido em 2013, embasado na Teoria do Conforto de Kolcaba e realizado por meio de entrevistas semiestruturadas com oito mulheres que concluíram o tratamento há, no mínimo, seis meses. Resultados: Sobressaíram os seguintes desconfortos: dor do procedimento e dos efeitos pós-tratamento, no contexto físico; medo do desconhecido e do sofrimento, falta de acompanhante, estresse por sentir-se constrangida durante o tratamento, baixa autoestima e trauma psicológico pós-terapia, no contexto psicoespiritual. As medidas de conforto consistiram no diálogo com o profissional, administração de medicações e uso da fé e espiritualidade. Conclusão: Os resultados oferecem subsídios para a prática de profissionais de saúde em relação aos confortos e desconfortos que merecem ser alvo de intervenções na assistência à mulher com câncer.

  5. O efeito Salieri: O sindicalismo perante as desigualdades entre mulheres e homens no emprego

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Ferreira

    2012-10-01

    Full Text Available Os actuais padrões de segregação sexual do mercado de trabalho são ainda, em parte, a expressão viva de práticas excludentes e segregadoras dos sindicatos desde o começo da revolução industrial. Estes padrões começaram a desenhar-se a partir da aceitação do pagamento de menores salários às mulheres. Só num segundo momento os sindicatos passaram a reivindicar a igualdade salarial entre mulheres e homens como forma de defesa do emprego masculino. Numa primeira parte do texto, dá-se conta de algumas destas práticas de fechamento dos sindicatos em Portugal. Numa segunda parte, referem-se as principais linhas de mudança das orientações do movimento sindical perante as desigualdades entre os sexos no mercado de trabalho e apontam-se algumas iniciativas no âmbito da promoção da igualdade entre mulheres e homens.

  6. Experiências de parentalidade como fatores geradores de sofrimento em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Langaro

    2015-08-01

    Full Text Available Durante o trabalho realizado por meio de um Projeto de Extensão em Saúde Mental na Grande Florianópolis, percebeu-se que o relato de sofrimento das mulheres participantes estava relacionado às suas ex periências de maternidade e paternidade. A partir desta problemática, foi realizada uma pesquisa com o objetivo de compreender de que forma as experiências de parentalidade estavam se constituindo em fatores geradores de sofrimento naquelas mulheres. Para tanto, realizaram-se cinco entrevistas individuais e um grupo focal. Os dados coletados foram discutidos em quatro categorias de análise, tendo sido destacado que o sofrimento das participantes estava relacionado principalmente à vivência da parentalidade a partir de modelos tradicionais de gênero, caracterizados pela centralidade do perfil de mãe; às diferenças na responsabilidade pela educação dos filhos/filhas, assumida por homens e mulheres; à idade dos filhos/filhas e, finalmente, à vivência de dúvidas e incertezas que nem sempre podem ser mediadas em seu cotidiano.

  7. Cuidado de si e relações de poder: enfermeira cuidando de outras mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Renata Moura Rabelo

    Full Text Available RESUMO Objetivo: analisar o cuidado de si de enfermeiras e as relações de poder estabelecidas por elas no cuidado de outras mulheres. Método: revisão integrativa da literatura publicada entre os anos de 2005 e 2015. Compuseram a amostra 25 publicações. Resultados: estado da arte majoritariamente qualitativo com domínio de referenciais de uma perspectiva libertadora, pautada na humanização, autonomia e empoderamento como estratégia de redução de riscos na prática do cuidado à mulher. Os achados sugerem relações de poder solidificadas entre enfermeiras-mulheres, centradas no domínio profissional com forte concentração na formação da enfermeira sob o discurso patriarcal e de normalização da sociedade. Alguns estudos ponderam a importância da compreensão do poder na forma capilar, operando nos corpos dos indivíduos. Conclusão: há pouca discussão sobre o cuidado de si de enfermeiras e dos efeitos na sua prática profissional, indicando lacunas no conhecimento neste campo.

  8. Saúde reprodutiva e mulheres indígenas do Alto Rio Negro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Azevedo

    Full Text Available O presente artigo descreve e analisa as concepções próprias das mulheres indígenas do Alto Rio Negro sobre saúde reprodutiva, relacionando-as a indicadores de fecundidade. As informações qualitativas apontam para um conhecimento detalhado e complexo que as mulheres indígenas dessa região possuem sobre seu corpo e os cuidados com sua saúde. Os níveis e padrões etários da fecundidade estão relacionados com a etnia das mulheres, portanto, aos sistemas tradicionais de cuidados com a saúde desses povos. A pesquisa foi desenvolvida entre 1997 e 2003, na região de Iauaretê, Terra Indígena Alto Rio Negro (AM, e teve como primeira fonte de dados o Censo Indígena Autônomo do Rio Negro - CIARN-, levado a efeito pela Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro - FOIRN - em 1992.

  9. Sustentabilidade e Territorialidade: fios que tecem a luta e a resistência das mulheres camponesas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debir Soares Gomes

    2014-09-01

    Full Text Available O artigo é delineado a partir da análise de uma pesquisa realizada com base em estudo de caso no contexto dos percursos alcançados por ações de mulheres no assentamento Maceió, situado no município de Itapipoca, no Ceará. Trabalhando com as relações sociais e as estratégias de reprodução das mulheres rendeiras e camponesas, as categorias sustentabilidade e territorialidade vão sendo operadas para a compreensão de suas práticas e visões de mundo. Organizadas coletivamente, as mulheres produzem um valor material, mas principalmente, simbólico, ao relacionarem seu trabalho artesanal com a territorialização e a sustentabilidade socioambiental do assentamento. Por meio de suas formas de inserção nos espaços de poder e de produção constituem novas identidades, promovem a participação e o autorreconhecimento no uso e ocupação da praia e do mar, na organização do assentamento, nos grupos de extração e beneficiamento de algas marinhas e nas lutas que envolvem a construção de territorialidades.

  10. Socioeconomic, demographic and lifestyle factors associated with dietary patterns of women living in Southern Brazil Fatores sócio-econômicos, demográficos e de estilo de vida associados com padrões alimentares de mulheres residentes no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenz

    2009-06-01

    entre as mulheres de baixa renda. Padrões alimentares saudáveis de médio e baixo custo foram positivamente associados com a idade. Nossos resultados evidenciam a desigualdade sócio-econômica na escolha feminina do padrão alimentar, mas não apenas definida pelo preço dos alimentos.

  11. Densidade Mineral Óssea de Mulheres na Pós-menopausa com e sem Antecedente de Histerectomia com Conservação Ovariana Bilateral Bone Mineral Density in Postmenopausal Women with and without Previous Hysterectomy with Bilateral Ovarian Conservation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Daniel Hobeika

    2000-09-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a densidade mineral óssea de mulheres na pós-menopausa com o antecedente cirúrgico de histerectomia com conservação ovariana bilateral, realizada no menacme, comparadas a um grupo de mulheres com menopausa natural, não-histerectomizadas. Métodos: tratou-se de um estudo de corte transversal, com 30 mulheres histerectomizadas no menacme, avaliadas na pós-menopausa, comparadas a 102 mulheres menopausadas naturalmente, sendo realizado a densitometria óssea (Lunar DPX. Resultados: as médias etárias, índice de massa corporal, cor da pele, tabagismo, escolaridade, menarca, paridade e antecedente de laqueadura tubária foram semelhantes nos grupos estudados. A comparação das médias da densidade mineral óssea e do T-score dos três locais do fêmur, utilizando o teste de Bonferroni, não apresentou diferenças estatisticamente significativas. As médias da densidade mineral óssea e do T-score da coluna lombar foram analisadas pelo teste t de Student e também não mostraram diferenças estatísticas. Conclusão: estes resultados sugerem que a histerectomia com conservação ovariana bilateral, realizada em mulheres no menacme, não parece ocasionar redução adicional da massa óssea, quando avaliadas na pós-menopausa.Purpose: to evaluate the bone mineral density of postmenopausal women with previous hysterectomy and with bilateral ovarian conservation compared to a group of nonhysterectomized naturally menopausal women. Methods: this is a cross-sectional study of bone densitometry (Lunar DPX in 30 menopausal women hysterectomized when in the premenopause compared with 102 naturally postmenopausal women. Results: the mean age, body mass index, color of the skin, smoking habits, educational level, menarche, parity and previous tubal ligation were similar in the studied groups. Bone mineral density average and the T-score of the three femural sites analyzed by the Bonferroni test did not show significant differences. The

  12. A dinâmica da violência doméstica: uma análise a partir dos discursos da mulher agredida e de seu parceiro Dynamics of domestic violence: an analysis from the perspective of the attacked woman and her partner's discourses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Platt Deeke

    2009-06-01

    Full Text Available Este artigo analisa a dinâmica da violência doméstica a partir do discurso da mulher agredida e do parceiro autor da agressão. Foi elaborado a partir de uma pesquisa descritivo-exploratória com abordagem qualitativa, entre outubro de 2006 e janeiro de 2007, com trinta casais cujas mulheres haviam registrado na Delegacia da Mulher de Florianópolis (Santa Catarina duas ou mais queixas por agressão contra o parceiro. Em comparação com as mulheres, os homens tenderam a negar a ocorrência e a diminuir a frequência das agressões. Os motivos das agressões mais apontados como interferentes na dinâmica do casal foram o ciúme, o homem ser contrariado, a ingestão de álcool e a suspeita de traição. O estudo revela as características das agressões percebidas pelos membros do casal e a forma de eles entenderem os fatores que repercutem na dinâmica de violência doméstica, não atribuindo somente à mulher o papel de porta-voz.This article analyzes the dynamics of domestic violence from the perspective of both the attacked woman's and her partner´s speeches, the husband being the perpetrator. It was designed as a descriptive-exploratory research study with a qualitative approach, interviewing thirty couples in which the women had registered two or more complaints for aggression against the partner in the Woman's Police Station in Florianópolis (Santa Catarina, between October 2006 and January 2007. Contrary to many other studies, the majority of interviewees was active in the labor market. Men, compared with women, were more prone to deny the occurrence or to diminish the frequency of aggression episodes. According to the categories established by data analysis, the main reasons for aggressive behavior interfering in the couples' dynamics were jealousy, the man being contradicted, alcohol ingestion and "love cheating". The study discloses the characteristics of the aggressive behavior perceived by both members of the couple and the way

  13. O jornal das senhoras e a busca pela emancipação moral e intelectual da mulher brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itiana Daniela Kroetz

    2015-06-01

    Full Text Available No século XIX a educação destinada às mulheres era quase nula e poucas sabiam ler. Se ler já era considerado perigoso, escrever era muito pior, já que assim as mocinhas podiam grafar bilhetes aos seus pretendentes, ameaçando a paz e a integridade da família patriarcal e pondo em risco a autoridade paterna. Pior ainda era a mulher escrever e publicar textos assinados, isso era considerado um atentado à honra, já que tanto o nome da mulher, quanto sua pessoa, devia se manter dentro do lar. O que se esperava das mulheres era que fossem boas esposas, mães e donas de casa. É nesse momento histórico que surge o Jornal das Senhoras, ao que parece, a primeira publicação brasileira direcionada ao público feminino e escrita por mulheres. O principal objetivo dessa revista era promover a emancipação moral e intelectual da mulher. Porém, não podemos ver a emancipação feminina com um olhar contemporâneo, pois as editoras do Jornal das Senhoras entendiam essa emancipação como sendo a ilustração da mulher. Desse modo, esse estudo pretende apresentar uma contextualização histórica da condição feminina no Brasil, no século XIX, bem como um contraste entre a mulher brasileira e a mulher europeia daquele período. Esse trabalho também trata do surgimento da imprensa feminina no Brasil e caracteriza o Jornal das Senhoras a partir dos textos publicados nessa revista. E é através desses textos que podemos entender o que as editoras desse periódico entendiam por emancipação moral e intelectual da mulher.

  14. Violência contra a mulher e suas implicações na saúde materno-infantil Violencia contra la mujer y sus implicaciones en la salud materno-infantil Violence against women and its implications for maternal and child health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelina Lettiere

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender como mulheres puérperas percebem o fenômeno da violência e qual a relação que estabelecem com seu estado de saúde e de seu filho, processo de gravidez, parto e puerpério. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa, sendo os dados coletados por meio de entrevista semiestruturada com 43 puérperas atendidas em uma maternidade de Ribeirão Preto(SP. RESULTADOS: Pela análise temática, as puérperas caracterizaram a violência contra a mulher como um problema social, causado pela desigualdade de gênero e/ou de ocorrência multifatorial. Frente à situação de violência, relataram dificuldade para reconhecerem seus efeitos sobre sua saúde e de seus filhos. CONCLUSÃO: Os resultados apontaram para a invisibilidade desses eventos violentos e para a naturalização da violência.OBJETIVO: Comprender cómo mujeres puérperas perciben el fenómeno de la violencia y cuál es la relación que establecen con su estado de salud y de su hijo, proceso de embarazo, parto y puerperio. MÉTODOS: Estudio de abordaje cualitativo, cuyos datos fueron recolectados por medio de una entrevista semiestructurada a 43 puérperas atendidas en una maternidad de Ribeirão Preto (SP. RESULTADOS: Por el análisis temático, las puérperas caracterizaron a la violencia contra la mujer como un problema social, causado por la desigualdad de género y/o de ocurrencia multifactorial. Frente a la situación de violencia, relataron dificultad para reconocer sus efectos sobre su salud y la de sus hijos. CONCLUSIÓN: Los resultados apuntaron hacia la invisibilidad de esos eventos violentos y hacia la naturalización de la violencia.OBJECTIVE: To understand how postpartum women perceive the phenomenon of violence and what relationship they establish with their state of health and that of their child, the process of pregnancy, birth and puerperium. METHODS: A qualitative study, with data collected through semi-structured interviews with 43 postpartum women

  15. Perfil de adolescentes com repetição da gravidez atendidas num ambulatório de pré-natal Perfil de las adolescentes con repetición del embarazo atendidas en un ambulatorio de prenatal Profile of adolescents with repeated pregnancies attended at a prenatal clinic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lia Persona

    2004-10-01

    Full Text Available Este trabalho identificou o perfil biopsicossocial das adolescentes com repetição da gravidez, atendidas num ambulatório de pré-natal. Os dados obtidos através do prontuário médico e entrevista foram analisados quantitativamente. Através dos resultados encontrados e de acordo com a literatura, foram selecionados, do perfil das adolescentes, fatores mais fortemente associados à ocorrência da repetição da gravidez. São eles: menarca precoce, primeira relação sexual após curto intervalo da menarca, repetência escolar, abandono escolar, ausência de ocupação remunerada, baixa renda familiar, envolvimento com parceiros mais velhos, residir com o parceiro, união consensual com o parceiro, um parceiro fixo, baixo uso de condon, história familiar de gravidez na adolescência, ausência do pai por morte ou abandono, reação positiva da família à gravidez anterior, aborto anterior, parto anterior bem conceituado pela adolescente, e ausência à revisão pós-parto anterior.Este trabajo identificó el perfil biopsicosocial de las adolescentes con repetición del embarazo, atendidas en un ambulatorio de prenatal. Los datos obtenidos por medio del prontuario médico y entrevista, fueron analizados cuantitativamente. Por medio de los resultados y de acuerdo con la literatura, fueron seleccionados, entre los perfiles de las adolescentes, factores más fuertemente asociados a la ocurrencia de la repetición del embarazo. Ellos son: menarca precoz; primera relación sexual tras corto intervalo de la menarca; repetición escolar; abandono escolar; ausencia de ocupación remunerada; baja renta familiar; envolvimiento con parejas más viejas; residir con la pareja; unión consensual con la pareja; pareja fija; bajo uso de condón; historia familiar de embarazo en la adolescencia; ausencia del padre por muerte o abandono; reacción positiva de la familia al embarazo anterior; aborto anterior; parto anterior bien conceptuado por la adolescente

  16. Women with mental disorders and motherhood Las mujeres portadoras de trastornos mentales y la maternidad Mulheres portadoras de transtornos mentais e a maternidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisley Vilas Bôas Soares

    2009-10-01

    , para que esas mujeres sean reconocidas no solo como portadoras de trastornos mentales.Considera-se que a capacidade materna para oferecer boas condições de cuidado e acolhimento às necessidades do filho gera ambiente adequado preventivo para o desenvolvimento psicológico da criança. Este estudo buscou descrever o fenômeno da maternidade para usuárias de um ambulatório de saúde mental da cidade de Ribeirão Preto, SP, tendo como referencial teórico o Interacionismo Simbólico. Foram entrevistadas dez mulheres, com, ao menos, um ano de tratamento e no mínimo uma criança de 7 a 12 anos. A Teoria Fundamentada em Dados possibilitou analisar os dados, atingindo uma teoria explicativa para o fenômeno: "tentando se enxergar para permanecer lutando". Conclui-se que essas mulheres necessitam lidar, reconhecer e enxergar-se em sua função materna para permanecer lutando com as limitações impostas pelo transtorno. Trata-se de mais um passo para adequação dos serviços de saúde mental frente a essa demanda, para que essas mulheres sejam vistas para além de seu lugar de portadoras de transtornos mentais.

  17. Opinião de mulheres de uma unidade de saúde da família sobre a quantidade de leite materno produzido Opinión de mujeres de una unidad de salud familiar sobre la cantidad de leche materna producida Opinion of women from a family health unit about the quantity of mothermilk produced

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza Vilela Borges

    2003-06-01

    Full Text Available Trata-se de estudo com o objetivo de conhecer a opinião de mulheres sobre a quantidade de leite materno produzido, pois o leite insuficiente é uma das razões mais referidas por mulheres de diversas culturas, para a introdução de alimentos complementares na dieta de crianças, antes do quarto mês de vida. Foram entrevistadas 41 mulheres de uma unidade de saúde da família, na zona leste do Município de São Paulo, em seu próprio domicílio, em 1998 e 1999. A maioria das mães (82,9% considerou estar produzindo uma quantidade suficiente de leite materno. Elas utilizaram, como critérios para a avaliação da quantidade de leite materno produzido, o volume das mamas, a drenagem espontânea de leite e o estado da criança após a mamada. Todas as mulheres introduziram leite artificial antes do quarto mês de idade, porém as que referiram leite materno insuficiente o fizeram mais precocemente (p=0,0088.Este estudio tuvo como objetivo conocer la opinión de las mujeres en relación a la cantidad de leche materna que ellas produjeron durante la lactancia. La producción insuficiente de leche materna es una de las razones principales que las mujeres de diversas culturas argumentan para justificar la introducción de otros alimentos en la dieta de los niños antes del cuarto mes de vida. Entre 1998 y 1999, fueron entrevistadas, en su domicilio, 41 mujeres atendidas en la unidad de salud familiar de la zona éste del municipio de São Paulo. La mayoría de las madres (82,9% consideró que durante la amamentación produjeron una cantidad suficiente de leche materna. Los criterios, utilizados por ellas para calificar la cantidad de leche producida incluyeron, el volumen de los senos, la salida espontánea de leche y el estado de satisfacción del niño después de mamar. A pesar de que todas las mujeres comenzaron a dar leche artificial antes del cuarto mes de vida, aquellas que refirieron una producción insuficiente de leche materna, lo hicieron

  18. Alterações de equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres no ciclo gravídico puerperal

    OpenAIRE

    Eufrásio, Laiane Santos

    2015-01-01

    INTRODUÇÃO: O ciclo gravídico-puerperal causa inúmeras transformações na vida da mulher, sejam elas físicas, hormonais, emocionais ou sociais. Tais alterações podem afetar o equilíbrio postural e a qualidade de vida dessas mulheres na gravidez, podendo persistir no pós-parto. OBJETIVO: Analisar alterações no equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres na gravidez e no pós-parto. METODOLOGIA: Este estudo foi composto por 47 mulheres participantes do Curso para Gestant...

  19. Estudo de caso controlo emparelhado da depressão, sintomas psicopatológicos, auto-estima e auto-conceito em mulheres obesas e normativas

    OpenAIRE

    Carneiro, Ana

    2010-01-01

    O presente estudo teve como objectivo avaliar se existem diferenças estatisticamente significativas no que respeita à auto – estima e ao auto – conceito em mulheres obesas, utentes de uma unidade de saúde a usufruir de apoio psicoterapêutico comparativamente com mulheres normativas. Pretendeu-se ainda verificar a existência de indicadores de maior incidência de depressão e de sintomas psicopatológicos nas mulheres obesas relativamente às mulheres normativas. A amostra foi constituída po...

  20. Relações da força muscular com indicadores de hipertrofia após 32 semanas de treinamento com pesos em mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Bonganha

    2010-06-01

    Full Text Available O objectivo do presente estudo foi avaliar o comportamento da força muscular e a participação dos indicadores de hipertrofia, nos ganhos de força após 32 semanas de treinamento com pesos (TP, prescrito por zona alvo de repetições máximas, em mulheres na pós-menopausa. Participaram desta pesquisa 14 mulheres saudáveis e não ativas fisicamente. O TP teve frequência semanal de três vezes, em dias alternados. A composição corporal foi mensurada pela técnica das dobras cutâneas. Os indicadores de hipertrofia foram representados pela massa magra total e regional: área muscular do braço (AMB e coxa (AMC. A força muscular foi avaliada pelo teste de uma repetição máxima nos exercícios leg press horizontal e rosca direta. Para análise estatística foi utilizado o teste de Friedman. Os resultados mostraram que a força muscular apresentou aumentos graduais e significantes durante a intervenção, que houve aumento da AMB e não houve diferença nos valores de AMC. A rosca direta mostrou forte associação com a AMB durante todos os momentos do estudo. Já o leg press pareceu estar mais efetivamente associado ao componente neural de ganhos de força, visto que a AMC não apresentou modificações significantes. Após 32 semanas de TP a força muscular aumentou significantemente, independentemente dos ganhos de massa magra.

  1. Representação social da violência sexual e sua relação com a adesão ao protocolo de quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericka Viviane Pontes Procópio

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais da violência sexual e sua relação com a adesão do protocolo da quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, orientada pela teoria das representações sociais, através de entrevista gravada com 13 mulheres, com idades entre 12 e 23 anos. No grupo, observou-se que as representações sociais construídas acerca da violência sexual exerceram uma considerável influência na adesão ao tratamento quimioprofilático. As pesquisadas elaboraram imagens nas quais as preocupações geradas à família, desconfortos causados pelos efeitos dos fármacos, a mudança de rotina, o medo de adoecer, de ser estigmatizada, ansiedade e raiva, apareceram como elementos constantes, podendo acarretar o abandono do tratamento. Considerando a influência dessas representações no tratamento, verifica-se a necessidade de uma maior atenção dos serviços de saúde com relação a estas possibilidades, dispondo de recursos para planejar sua assistência com base nestas diferentes necessidades. É preciso que, além do investimento em pesquisas com novos fármacos, exista um investimento em pesquisas qualitativas, que forneçam subsídios para um acompanhamento mais apropriado das pacientes.

  2. Território, soberania e crimes de segundo Estado: a escritura nos corpos das mulheres de Ciudad Juarez Territory, sovereignty and second state crimes: the writing on the bodies of the assassinated women of Ciudad Juarez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Laura Segato

    2005-08-01

    Full Text Available O ensaio examina o caso dos feminicídios que resultaram em pelo menos 300 mulheres assassinadas durante os últimos 11 anos em Ciudad Juarez, Chihuahua, na fronteira norte do México. Em todos esses anos, as autoridades apresentaram somente uns poucos suspeitos, sem nunca conseguir convencer a opinião pública de sua culpabilidade. Impunidade e proteção dos assassinos são evidentes tanto para a opinião pública local como para os observadores internacionais. Eu sugiro que o que é escrito no corpo das mulheres brutalmente assassinadas é a assinatura de um poder local e regional que também conta com tentáculos nacionais. Esses atos de violência aparentemente irracional enunciam, para além de qualquer dúvida, o poder discricionário de seus perpetradores e o controle que eles detêm sobre pessoas e recursos de seu território, selando e reforçando com isso um pacto de fraternidade.The essay examines the case of the feminicides that rendered at least three hundred women murdered during the last twelve years in Ciudad Juárez, Chihuahua, at the Northern Mexican border. In all these years, the authorities presented only a few suspects, without ever getting to convince public opinion of their culpability. Impunity and protection for the murderers are evident to local public opinion and to international observers. I argue that what is written on the body of the brutally murdered women is the signature of a local and regional power counting also with national connections. These acts of apparently irrational violence state beyond doubt the discretionary power of their perpetrators and the control they exert over the people and resources of their territory, thus sealing and reinforcing a pact of fraternity.

  3. Factores de riesgo de los trastornos hipertensivos inducidos por el embarazo en mujeres atendidas en una entidad de salud de Santa Marta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisela Esther González Ruiz

    2014-03-01

    Full Text Available Title: Risk factors hypertensive disorders induced pregnancy in women attended in a health company Santa Marta.Los trastornos hipertensivos del embarazo, son un problema de salud pública, la primera causa de muerte materna en países desarrollados y la tercera en países en desarrollo. Objetivo: Identificar los factores de riesgos que determinan la aparición de los trastornos hipertensivos, en mujeres embarazadas atendidas en una entidad de salud de Santa Marta, Colombia, en los meses de enero de 2011 a enero 2012. Materiales y métodos: estudio descriptivo, cuantitativo retrospectivo, realizado a un grupo de 51 pacientes gestantes que presentaron trastornos hipertensivos. Las técnicas de recolección de información se basaron en la revisión documental (historias clínicas y la aplicación de una encuesta previamente validada por expertos. A través de estos métodos se consignaron variables que permitieron identificar los factores en los trastornos hipertensivos de las gestantes. Resultados: la distribución por edad se ubicó en el rango 26 a 34 años (54.8%, los factores de riesgos presentes fueron: bajo peso (45.0%, no asistencia a controles prenatales (11,8%, multiparidad (56.9%, nivel socioeconómico medio-alto (45.1, antecedentes familiares relacionados con alteración hipertensiva de la madre (39.2%, antecedentes personales patológicos de infecciones urinarias (83.3% y consumo de alcohol (58.8%. Conclusiones: los factores de riesgo de antecedentes personales patológicos de infecciones urinarias se presentaron en un alto porcentaje (83,3%, el consumo de alcohol, multiparidad y antecedentes familiares, ocuparon un lugar importante; mientras que el nivel significativo de asistencia a controles prenatales, no evitó la aparición del trastorno hipertensivo. (DUAZARY 2013 No. 2, 119 - 126AbstractThe Hypertensive disorders of pregnancy are a public health problem, is the first cause of maternal death in the developed countries and the

  4. A vulnerabilidade da mulher idosa em relação à AIDS La vulnerabilidad de mujeres ancianas en relación a la SIDA Aged woman's vulnerability related to AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Marins Silva

    2010-09-01

    Full Text Available Trata-se de revisão sistemática da literatura que abrange o período de 1994 a 2009, cujo objetivo foi discutir a vulnerabilidade da mulher idosa em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis e Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids. Foi realizada a busca nas bases: Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Eletronic Library Online (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE, usando-se como descritores vulnerabilidade, mulher e Aids. Foram analisados 18 textos incluindo artigos em periódicos, teses e dissertações. Concluiu-se que mulheres idosas e vulnerabilidade à Aids estão diretamente relacionadas, através de características de gênero que perpassam pela submissão, construídas histórica e socialmente. É fundamental o desenvolvimento de estudos que gerem publicações acessíveis às mulheres, de modo a possibilitar que estas possam ver a si mesmas como sujeitos em risco de contrair Aids pelo simples fato de serem mulheres.Este es una revisión sistemática de literatura que incluyó el período de 1994-2009, cuyo objetivo fue discutir la vulnerabilidad de la mujer anciana con respecto a Síndrome de la Imunodeficiencia Adquirida (Sida. La búsqueda poor los textos científicos fue cumplida en las bases Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Eletronic Library Online (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE, usando los descriptores vulnerabilidad, mujer y Sida. Se analisaran 18 textos incluyendo artículos en periódicos científicos, tesis y disertaciones. Concluyese que mujeres ancianas y vulnerabilidad a la Sida están directamente relacionadas por características de género incluyendose la sumisión y que se construyeron histórica y socialmente. Consideramos como fundamental el desarrollo de estudios que

  5. Resposta da cinética de consumo de oxigênio e da eficiência mecânica delta de homens e mulheres em diferentes intensidades de esforço

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucenildo S Cerqueira

    2011-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO:A eficiência mecânica delta (EMΔ e a cinética do consumo de oxigênio (K2 são influenciadas por parâmetros metabólicos musculares e pelo transporte de 2. O objetivo do presente estudo foi determinar a diferença na K2 e na EMΔ em três intensidades de esforço nos dois gêneros. MÉTODOS: 56 sujeitos (26 mulheres foram submetidos ao protocolo de esforço escalonado, contínuo e máximo (GxT no cicloergômetro mecânico para determinação da potência aeróbia máxima (2máx, carga máxima (Wmax, limiar anaeróbio (AT e ponto de compensação respiratória (PCR. O AT foi determinado através dos métodos V-slope e E E / 2; o PCR através da relação 2 versus E ; ambos por dois avaliadores. A EMΔ e a K 2 foram consideradas como a inclinação entre 2 versus Watts e 2 versus tempo (s, respectivamente, do começo do teste até o AT (S1, do AT ao PCR (S2 e do PCR ao 2máx (S3, determinada por análise de regressão linear. RESULTADOS: Para a EMΔ, diferenças significativas foram observadas entre S1 versus S2 (p = 0,001, S1 versus S3 (p = 0,001 e S2 versus S3 (p = 0,006. Não foi observada diferença (p = 0,060 ou interação significativa (p = 0,062 entre homens versus mulheres. Para a K 2 diferenças significativas foram observadas entre S1 versus S3 (p = 0,001 e S2 versus S3 (p = 0,001 em ambos gêneros. Diferenças (p = 0,001 e interação significativa (p = 0,006 foram observadas entre homens versus mulheres, no último parâmetro. CONCLUSÕES: A EMΔ decresce com o incremento da intensidade de trabalho, porém, não há diferenças quando se compara homens e mulheres. Por outro lado, as mulheres apresentam K 2 mais rápida do que os homens.

  6. Indicador nacional de alfabetismo funcional-2001: explorando as diferenças entre mulheres e homens The National Index of Functional Literacy - 2001: examining the differences between men and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amélia Cristina Abreu Artes

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho se insere em um conjunto de estudos na área educacional que investigam as diferenças nos resultados que homens e mulheres apresentam em pesquisas educacionais. O Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional é composto por um teste com 20 questões de dificuldade variada, que mensura como as pessoas utilizam-se da escrita e da leitura em seus espaços cotidianos, tendo sido desenvolvido pelo Instituto Paulo Montenegro (IBOPE e Ação Educativa e aplicado a uma amostra estratificada da população brasileira, composta de 2.000 pessoas (15 a 64 anos. Os resultados indicam que as mulheres apresentam um resultado melhor em todas as questões do teste na comparação com os homens. Utilizando o conceito de gênero e afastando-se da dicotomia homem-mulher, trabalhou-se com três grupos ocupacionais: homens que trabalham; mulheres que trabalham fora e donas-de-casa. A análise inferencial realizada indica que as diferenças entre as proporções médias de acertos nos três grupos ocupacionais são significativas, uma vez controladas as cinco variáveis preditoras (escolaridade, idade, cor, Critério Brasil e gosto por leitura. Isso sugere que as diferenças encontradas entre os grupos independem dessas variáveis preditoras. Na análise questão a questão, observa-se que, para nove destas, as mulheres que trabalham apresentam um desempenho médio superior aos homens que trabalham ou donas-de-casa. O que mais surpreende é que em três questões as donas-de-casa apresentam um desempenho significativamente superior aos homens que trabalham.This work is part of a group of studies in the educational field that investigate the differences in the results obtained by men and women in educational researches. The National Index of Functional Literacy is composed from a test of 20 questions of varying difficulty that measure how people make use of reading and writing in their daily activities. It was developed by the Paulo Montenegro Institute

  7. Prevalência de doenças oculares e causas de comprometimento visual em crianças atendidas em um Centro de Referência em Oftalmologia do centro-oeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Nice Araujo Moraes Rocha

    2014-08-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os níveis de comprometimento visual e a prevalência de oftalmopatias e ametropias em crianças atendidas em um centro de referência em oftalmologia do centro-oeste brasileiro. Comparar os achados com dados publicados referentes a outras regiões do Brasil. Métodos: Estudo transversal, descritivo e retrospectivo com análise de prontuários de crianças atendidas no Centro de Referência em Oftalmologia (CEROF da Universidade Federal de Goiás, no período compreendido entre abril de 2009 e março de 2010. Resultados: Foram avaliados 2408 prontuários, sendo 2128 (88,4% de atendimento eletivo e 280 (11,6% de atendimento no setor de urgências do CEROF. Houve predomínio na faixa etária de 6 a 10 anos (44,2%, seguido pela de 11 a 14 anos (29,6%. O exame foi considerado normal em 12,9% (n=274 dos atendimentos eletivos e em 6,8 (n=19 dos atendimentos de urgência. As doenças mais encontradas nas crianças foram as conjuntivites infecciosas (248 casos, 26,4% e alérgicas (204 casos, 21,7%, blefarite (69 casos, 7,3%, calázio (34 casos, 3,6%, estrabismo (133 casos, 12,06%, as doenças de retina e vítreo (24 casos, 2,6%, catarata e alterações de cristalino (20 casos, 2,1%. As ametropias mais frequentes, contadas por olho, foram a hipermetropia (46,9% e o astigmatismo (42,2% e as doenças sistêmicas mais informadas foramprematuridade (30 casos e diabete melito (26 casos. Conclusão: Este estudo identificou as principais causas de doenças oculares em crianças atendidas em um centro universitário de referência. O grupo de doenças mais prevalente foi o das doenças de córnea e conjuntiva (conjuntivites alérgicas, olho seco e ceratites. As doenças de pálpebra ocuparam o segundo lugar (blefarite, calázio, e obstrução de vias lacrimais. As ametropias mais frequentes foram a hipermetropia e o astigmatismo. Os achados na população estudada mostram-se semelhantes aos observados na literatura nacional.

  8. Perspectivas sociais e dominação simbólica: a presença política das mulheres entre Iris Marion Young e Pierre Bourdieu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Miguel

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo trata da participação política das mulheres e de sua presença no poder político. Nessa temática, discute a tensão entre o potencial emancipacionista prometido pela incorporação de múltiplas perspectivas ao debate político e a ação reprodutora do campo. Partindo das causas que, a nosso ver, são responsáveis pela relativa ausência de mulheres dos círculos decisórios e por seu "desinteresse" pela política, discutimos as perspectivas orientadas, de uma forma ou de outra, para a solução (melhoramento dessa situação. O artigo organiza-se em três seções. Na primeira, defende-se a posição de que a via mais promissora para justificar a necessidade de presença das mulheres passa pelo entendimento de que os espaços de deliberação devem abrigar uma pluralidade de perspectivas sociais relevantes - um conceito associado, sobretudo, à obra da teórica estadunidense Iris Marion Young. Na segunda, discute-se alguns problemas desse conceito, em especial, certa ingenuidade que marca um ideal dele derivado: a geração de um espaço plural de discussão e de tomada de decisão em função da adoção de cotas eleitorais. Utiliza-se o conceito de "campo", extraído da obra de Pierre Bourdieu, para depurar as idéias de Young dessa ingenuidade. Na terceira seção, introduz-se um elemento adicional: a distinção, apresentada por Nancy Fraser, entre "políticas afirmativas" e "políticas transformadoras". Conclui-se, de forma preliminar, com um balanço dos limites e das potencialidades de uma política baseada na defesa da ampliação da presença de "perspectivas sociais".

  9. Indicadores de gênero da assistência de enfermagem às mulheres Indicadores de género de la asistencia a las mujeres Gender indicators of nursing care for women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enilda Rosendo do Nascimento

    2004-10-01

    Full Text Available O texto apresenta um estudo realizado em uma unidade assistencial de saúde de Salvador/ Bahia, com o propósito de construir indicadores de qualidade para a assistência de enfermagem a partir de uma perspectiva de gênero. A construção dos indicadores deu-se através de uma investigação que analisou as concepções de mulheres sobre a assistência pré-natal de enfermagem a elas prestadas, a partir da identificação de ações promotoras de autonomia, dignificação e participação. A coleta de dados realizou-se através de entrevista semi-estruturada a 14 mulheres usuárias da assistência pré-natal de enfermagem que aceitaram participar do estudo e tinham sido atendidas por uma enfermeira em gravidez (es anterior (es ou durante a gravidez atual. Foram construídos dois tipos de indicadores de gênero da assistência de enfermagem: indicadores práticos e indicadores estratégicos de gênero.El texto presenta un estudio realizado en una unidad asistencial de salud de Salvador/Bahia, con el propósito de construir indicadores de calidad para la asistencia de enfermería a partir de una perspectiva del género. La construcción de los indicadores se llevó a cabo a través de una investigación que analizó las concepciones de mujeres a cerca de la asistencia prenatal de enfermería a ellas dada, a contar de la identificación de acciones promotoras de autonomía, dignificación y participación. La coleta de dados se realizó a partir de la entrevista semiestructurada a 14 mujeres usuarias de la asistencia prenatal de enfermería que aceptaron participar del estudio y a quienes atendió una enfermera en embarazo(s anterior(es o durante el embarazo actual. Se adoptaron dos tipos de indicadores de género de la asistencia de enfermería: indicadores prácticos e indicadores estratégicos de género.This text presents a study carried out at a healthcare unit in Salvador/Bahia, with the purpose of building quality indicators for nursing

  10. “Sou uma mulher com o corpo de homem. É este meu grande drama”: Gênero e Travestismo em A confissao, de Bernardo Santareno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Santos Santana

    2014-08-01

    Full Text Available Na dramaturgia de Bernardo Santareno (1920-1980, a vida é sempre permeada por embates: de um lado, as normas regulatórias da conduta social, os discursos hegemônicos; de outro, personagens singulares à margem do “ideal”, destoantes.  Entre cenas e atos, mulheres, gays, travestis, lésbicas, garotas e garotos de programa, ainda que sejam estorvadas, oprimidas e censuradas, problematizam o lugar social destinado a elas, além de questionar os códigos de conduta que regem a vida social e sexual.  Neste trabalho, debruçarei sobre o texto A confissão, dramatículo de apenas um ato que compõe o volume Os Marginais e a Revolução, escrito pelo dramaturgo português, em 1979. A partir da análise das personagens principais – a travesti Françoise e o Confessor, representante da Igreja católica –, o presente texto se divide em duas partes. Na primeira, tomo de empréstimo um importante operador de leitura para o campo dos Estudos Culturais – o termo entre-lugar (SANTIAGO, 2002 –, porque acredito que a personagem Françoise pode ser melhor compreendida como um ser singular que o corporifica, uma vez que provoca a dispersão das premissas e princípios da matriz cultural heteronormativa; além de significar a resistência do sujeito às regras, às normas que o empurram para o terreno do inumano. Na segunda parte, trato de gênero, travestismo e os investimentos para a rematerialização do corpo com o objetivo de pensar como esta personagem, em comparação com as drag-queens, aponta para o paradoxo da condição travesti de que fala, por exemplo, Miskolci e Pelúcio (2007.  Ainda que Françoise lute para ser respeitada em sua diferença, pode-se perceber uma vontade de poder contingenciada pelo discurso social inerente à matriz cultural heteronormativa. Este trabalho, pois, tem como base teórica os estudos sobre homoerotismo, gênero e a teoria queer.

  11. Desigualdade de gênero: sobre garantias e responsabilidades sociais de homens e mulheres Gender inequality: on warranties and social responsibilities of men and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Viana Teixeira

    2010-06-01

    Full Text Available Aborda-se a desigualdade de gênero, situando-a no contexto problemático geral da avaliação da igualdade no seio de sociedades contemporâneas, que, embora plurais, adotam concepções éticas com certo grau de homogeneidade, influenciadas pela cultura e pelo modo de vida capitalistas. esse contexto ético sugere o âmbito das atividades produtoras de valor econômico como espaço privilegiado para a atribuição de valor social à conduta individual e a avaliação da igualdade. Propõe-se a possibilidade de ampliação desses espaços de julgamento ético, com ênfase na consideração do âmbito das atividades voltadas ao cuidado com o ambiente doméstico. essa mudança de enfoque revela que as origens profundas das desigualdades materiais entre homens e mulheres estão além da mera discriminação motivada arbitrariamente pelo gênero. Alcançam estruturas sociais pelas quais as sociedades capitalistas moldaram a atividade humana, tanto no mercado como na família. Aborda-se o papel que a ciência jurídica pode desempenhar, em uma ordem democrática, na revisão de parâmetros ético-jurídicos, atualizando o significado do valor fundamental da igualdade em vista dos anseios e das necessidades dos indivíduos.It deals with gender inequality, located it in the context of the evaluation problem of equality within contemporary societies that, although pluralistic, adopt ethical views with some degree of homogeneity, influenced by capitalist culture and way of life. This context suggests the ethical framework of the activities producing economic value as a privileged space for the allocation of social value to individual conduct and evaluation of equality. It is proposed the possibility of expanding these spaces of ethical judgment, with emphasis on consideration of activities related to care of the home environment. This shift in focus shows that the origins of the profound material inequalities between men and women are beyond mere