WorldWideScience

Sample records for mortalidade infantil na

  1. Salud y mortalidad infantil en Brasil

    OpenAIRE

    Denisard Alves; Walter Belluzzo

    2005-01-01

    (Disponible en idioma inglés únicamente) La salud infantil es un aspecto fundamental del programa de políticas públicas de los países en desarrollo. A lo largo de los años se han puesto en práctica numerosas políticas destinadas al mejoramiento de la salud infantil, con diversos grados de éxito. En Brasil, dichas políticas han llevado a una disminución considerable de los niveles de mortalidad infantil durante los últimos 30 años. Sin embargo, a pesar de esa mejora, las tasas de mortalidad si...

  2. Fatores de erros na mensuração da mortalidade infantil Error factors in the measurement of infant mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruy Laurenti

    1975-12-01

    Full Text Available Dentre os indicadores de saúde tradicionalmente utilizados a mortalidade infantil destaca-se como um dos mais importantes. Frequentemente é utilizada por profissionais de saúde pública na caracterização do nível de saúde e em avaliações de programas. Existem, porém, vários fatores de erros que afetam o seu valor e dentre esses são destacados: a definição dos nascidos vivos e sua aplicação na prática, o sub-registro de óbito e de nascimento, o registro do óbito por local de ocorrência, a definição de nascido vivo no ano e a declaração errada na idade. Existem também erros qualitativos que dizem respeito, principalmente, a declarações erradas da causa de morte. Vários desses fatores foram medidos para São Paulo.Among the traditionally used health indices the infant mortality rate is distinguished as the most important one. Frequently it is used by the public health professionals for health level characterization and for the evaluation of programmes. There are, however, several error factors that affect its value, among which are the live birth definition and its true use; underregistration of deaths and births; the death register by place of occurrence; live birth definition in the year, and the wrong age information. There are also qualitative errors due to wrong information as regards the causes of death. Several of these factors were discussed for S. Paulo.

  3. Declínio e desigualdades sociais na mortalidade infantil por diarréia Decline and social inequalities of infant mortality from diarrhea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zuleica Antunes Guimarães

    2001-10-01

    Full Text Available Este estudo ecológico, temporal e espacial descreve a evolução da mortalidade infantil por doenças infecciosas intestinais (DII em Salvador, Bahia, no período de 1977 a 1998 e a distribuição dessa mortalidade segundo condições de vida, em 1991. As Zonas de Informação (ZI, da cidade, foram agrupadas segundo um índice de condições de vida (ICV, em quartis. Foram calculados os seguintes indicadores: Mortalidade Infantil Proporcional (MIP, Coeficiente de Mortalidade Infantil (CMI e Razão de Mortalidade pela referida causa. A análise dos dados foi feita através do cálculo de médias móveis e do teste de qui-quadrado de tendência. Entre 1977 e 1998 o CMI/DII reduziu-se em 91,9%. A razão entre o CMI/DII do estrato de condições de vida "elevadas" para aquele onde as mesmas eram "muito baixas" foi de 1,9 e a MIP foi mais elevada onde eram piores as condições de vida o que requer reorientação das políticas de controle do problema na direção do enfrentamento das causas.This ecological study describes the temporal trend from 1977 to 1998, and spatial patterns of infant mortality from diarrhea in the city of Salvador, Bahia State, Brazil. The annual proportional of infant mortality and specific-cause mortality rate were estimated. Spatial units of geographical zones within the city's urban area were utilized for administrative purposes, which were aggregated according to quartile of living conditions indicators. Over the study period, the diarrhea-induced infant mortality rate decreased 91.9%. The mortality risk from diarrhea in the lowest living condition strata was 90% greater than in the highest conditions. Also, infant mortality due to diarrhea increases proportionally as living conditions worsen, which necessitates a review of the control policies concerning this important public health problem. Although the infant mortality rate declined during the study period, social inequalities related to infant mortality due to

  4. La mortalidad infantil y la mortalidad materna en el siglo XXI

    OpenAIRE

    Aguirre, Alejandro

    2009-01-01

    La mortalidad infantil y la mortalidad materna han sido reducidas de manera sustancial en los países desarrollados, por lo cual en esas naciones la mortalidad tiende a concentrarse en las edades avanzadas de las poblaciones. Sin embargo, en países como México no está ocurriendo un avance relevante en la disminución de la mortalidad infantil y materna, pues a pesar de los notables progresos conseguidos en ese sentido durante las décadas recientes, para seguir avanzando se requieren fuertes inv...

  5. Mortalidad infantil en Cuba 1959-1999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl Riverón Corteguera

    2001-09-01

    Full Text Available De 1959 a 1999, con los datos estadísticos disponibles, la mortalidad infantil en Cuba disminuyó en 81,3 %, la mortalidad neonatal precoz se redujo el 73,4 %, la mortalidad neonatal tardía el 83,6 % y la posneonatal en 86,0 %. Las reducciones obtenidas en el período se distribuyeron uniformemente entre todas las provincias, aunque la mayor disminución se produjo en las provincias centrales y occidentales. Los rubros que más disminuyeron sus tasas fueron: enteritis y otras enfermedades diarreicas, infecciones respiratorias agudas, afecciones perinatales en general y las meningitis, aunque todas las causas reducen la mortalidad en el período. La natalidad descendió el 51,3 %, la fecundidad lo hizo en 30 %, el crecimiento demográfico bruto de la población disminuyó el 59,8 %, el parto institucional aumentó en 65,9 %, el bajo peso al nacer descendió el 36,9 %, la mortalidad perinatal se redujo el 67,2 %, los nacidos vivos disminuyeron el 21,1 % y la supervivencia infantil a los 5 años aumentó el 3,8 %. Esto ha sido posible debido principalmente a la decisión política de priorizar el sector de la salud y muy especialmente la salud maternoinfantil adoptada por nuestro Estado a principios de la década de los 60, lo que permitió alcanzar avances en la organización, calidad de la atención y una amplia cobertura de los servicios de salud. También fueron elementos importantes, el mejoramiento del nivel de vida y de la educación alcanzados por la población, las mejoras logradas en la situación sanitaria y epidemiológica, la distribución equitativa de los alimentos que prioriza a la madre y al niño. Un elemento fundamental en la última década ha sido el desarrollo del "médico de la familia" en la atención primaria y el mejoramiento de la atención hospitalaria. Por otra parte han contribuido de manera notable el establecimiento del Programa Nacional de Atención Maternoinfantil, que abarca las inmunizaciones, el control de las

  6. Mortalidad infantil: Análisis de un decenio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogelio León López

    1998-12-01

    Full Text Available Se efectúo un estudio descriptivo y retrospectivo con la finalidad de conocer el comportamiento de la mortalidad infantil en el policlínico docente "30 de Noviembre" durante el decenio 1985-1994. El universo de estudio estuvo conformado por los 29 fallecidos menores de un año ocurridos en el período referido en dicha área de salud. Se calculó la tasa de mortalidad infantil en sus diferentes componentes en cada año motivo de estudio. Se encontró que la tasa de mortalidad infantil en nuestra área tiene un comportamiento cíclico, que la mortalidad neonatal precoz fue la que más fallecidos aportó y que las principales causas de muerte fueron la sepsis, el bajo peso al nacer y la hipoxia. Se enfatiza en la importancia de establecer un Plan de Medidas encaminado a disminuir la mortalidad infantil del áreaA descriptive and retrospective study was conducted aimed at knowing the behavior of infant mortality rate at the "30 de Noviembre" Teaching Polyclinic from 1985 to 1994. The 29 infants under one year who died in that health area during that period were studied. Infant mortality rate in its different components was calculated by every year under study. It was found that infant mortality rates in our area had a cyclical behavior, that early neonatal mortality had the highest number of deaths, and that the main cause of death were sepsis, low birth weight and hypoxia. Emphasis is made on the need of implementing a plan of measures to reduce infant mortality rate in the area

  7. Evolução das desigualdades socioeconômicas na mortalidade infantil no Brasil, 1993-2008 Evolution of socioeconomic inequalities in infant and child mortality in Brazil, 1993-20

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2011-09-01

    Full Text Available No Brasil, a mortalidade infantil e na infância apresentam tendência decrescente. Poucos estudos investigaram a evolução temporal das desigualdades socioeconômicas nesses óbitos, no nível individual. O objetivo foi investigar a evolução temporal da magnitude das desigualdades na mortalidade infantil e na infância, segundo a escolaridade materna e a renda domiciliar per capita, no período 1993-2008, no Brasil. Foram utilizados microdados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNAD. A medida de desigualdade empregada foi o índice de concentração (IC, calculado para os óbitos infantis e na infância, segundo escolaridade materna e renda domiciliar per capita. No período de 1993 a 2008, houve redução das desigualdades na mortalidade infantil e na infância, no nível individual, segundo a escolaridade materna e a renda domiciliar per capita. Em 2008, a concentração dos óbitos na infância entre crianças cujas mães tinham menor escolaridade era maior do que a concentração dos óbitos infantis. Os IC segundo a renda apresentaram maior variabilidade, mas também demonstraram menor concentração dos óbitos ao final do período. A medição das desigualdades em saúde é importante para o acompanhamento da situação de saúde da população.In Brazil, infant and child mortality reveal a downward trend. Few studies have investigated the temporal trends in the inequalities of these deaths, at individual level, according to socio-economic status. The scope of this article was to investigate the temporal trends of the magnitude of inequalities in infant and child mortality, between groups defined by maternal education and household income per capita in the 1993-2008 period in Brazil. Microdata from the National Household Sample Survey were used. The inequality measure was the concentration index (CI. It was calculated for infant and child deaths, according to maternal education and household income per capita. During

  8. Mortalidade infantil por causas evitáveis em uma cidade do Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suelayne Gonçalves do Nascimento

    2014-04-01

    Full Text Available Estudo de corte transversal que objetivou descrever a ocorrência da mortalidade infantil em Recife (PE entre 2000 e 2009, segundo causas evitáveis. A população foi composta pelos óbitos infantis de mães residentes na cidade do Recife e a classificação de evitabilidade adotou a Lista de causas de mortes evitáveis por intervenções do Sistema Único de Saúde. Para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva. Foi observado decréscimo no coeficiente de mortalidade infantil de 20,4 para 12,1 por 1.000 nascidos vivos. Do total de 3.743 óbitos registrados, 2.861 (76,4% foram classificados como evitáveis. Destacaram-se os óbitos reduzíveis por adequada atenção à mulher na gestação. A abordagem da evitabilidade auxilia nas discussões relacionadas à organização, qualidade e acesso aos serviços de saúde, bem como na identificação dos óbitos que poderiam ter sido prevenidos ou evitados por uma adequada atenção à saúde materno-infantil.

  9. Mortalidade infantil em duas coortes de base populacional no Sul do Brasil: tendências e diferenciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menezes Ana M. B.

    1996-01-01

    Full Text Available Estudou-se a tendência temporal da mortalidade infantil através de dois estudos de coorte realizados em Pelotas, Rio Grande do Sul, em 1982 e 1993. Ambas coortes incluíram todos os nascimentos hospitalares e óbitos verificados através de visitas regulares aos hospitais, cartórios e cemitérios. As informações sobre a causa de morte foram obtidas através de entrevistas com pediatras, revisão do prontuário, necrópsias e entrevista com os pais das crianças. O coeficiente de mortalidade infantil caiu de 36,4 por mil nascidos vivos para 21,1 na década. As principais causas de mortalidade infantil em 1993 foram as perinatais, malformações congênitas, diarréia e infecções respiratórias. Crianças com baixo peso ao nascer apresentaram mortalidade 12 vezes maior do que crianças com peso adequado, e crianças pré-termo, duas vezes mais do que crianças com retardo de crescimento intra-uterino. Crianças de famílias com renda baixa (um salário mínimo apresentaram mortalidade sete vezes superior àquelas com renda alta (10 salários mínimos. A mortalidade de crianças de baixo peso ao nascer e alta renda familiar decresceu em 67%, contra apenas 36% para as de baixa renda. Conclui-se que, mesmo com uma queda expressiva da mortalidade infantil na década, persistem importantes desigualdades sociais.

  10. Brechas regionales de la mortalidad infantil en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta C Jaramillo-Mejía

    Full Text Available Objetivos. Estudiar las variaciones de la tasa de mortalidad infantil (TMI en los departamentos de Colombia durante el período 2003-2009, examinar la persistencia de las variaciones entre los departamentos sobre el tiempo y relacionarlas con el impacto de las condiciones socioeconómicas y la disponibilidad de servicios de salud, sobre la mortalidad infantil. Materiales y métodos. Utilizando estadísticas vitales y relacionando datos socioeconómicos y de servicios de salud, se analizaron tres aspectos: la variación de la TMI departamental (2003-2009, la relación entre la TMI departamental y determinantes claves en el tiempo, y las líneas de causalidad e impacto relativo de los diferentes factores. Se emplearan ecuaciones estructurales. Resultados. Se encontró una razón de 4,7 entre la mayor y menor TMI departamental (2009, esta podría estar subestimada principalmente por el subregistros en departamentos de bajos ingresos. Hay una relación negativa entre la TMI departamental con el tiempo y variables altamente correlacionadas, como educación de la madre, ingreso per cápita, cobertura de aseguramiento y acceso a servicios. Conclusiones. El efecto del aseguramiento, disponibilidad de camas privadas y atención médica, es superior al impacto de mejores condiciones socioeconómicas sobre la TMI. La oferta de servicios no parece estar influenciada por una política racional, los recursos no se asignan de acuerdo con las necesidades, sino con el desarrollo general. Las camas privadas se hacen disponibles donde hay mejor aseguramiento en salud y menor TMI

  11. Brechas regionales de la mortalidad infantil en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta C. Jaramillo-Mejía

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivos. Estudiar las variaciones de la tasa de mortalidad infantil (TMI en los departamentos de Colombia durante el período 2003-2009, examinar la persistencia de las variaciones entre los departamentos sobre el tiempo y relacionarlas con el impacto de las condiciones socioeconómicas y la disponibilidad de servicios de salud, sobre la mortalidad infantil. Materiales y métodos. Utilizando estadísticas vitales y relacionando datos socioeconómicos y de servicios de salud, se analizaron tres aspectos: la variación de la TMI departamental (2003-2009, la relación entre la TMI departamental y determinantes claves en el tiempo, y las líneas de causalidad e impacto relativo de los diferentes factores. Se emplearan ecuaciones estructurales. Resultados. Se encontró una razón de 4,7 entre la mayor y menor TMI departamental (2009, esta podría estar subestimada principalmente por el subregistros en departamentos de bajos ingresos. Hay una relación negativa entre la TMI departamental con el tiempo y variables altamente correlacionadas, como educación de la madre, ingreso per cápita, cobertura de aseguramiento y acceso a servicios. Conclusiones. El efecto del aseguramiento, disponibilidad de camas privadas y atención médica, es superior al impacto de mejores condiciones socioeconómicas sobre la TMI. La oferta de servicios no parece estar influenciada por una política racional, los recursos no se asignan de acuerdo con las necesidades, sino con el desarrollo general. Las camas privadas se hacen disponibles donde hay mejor aseguramiento en salud y menor TMI

  12. Correcao de informacoes vitais: estimacao da mortalidade infantil, Brasil, 2000-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Germano de Frias

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO : Propor método simplificado para corrigir informações vitais e estimar o coeficiente de mortalidade infantil no Brasil. MÉTODOS : A correção dos dados vitais dos sistemas de informação sobre mortalidade e nascidos vivos foi obtida por meio de fatores de correção, estimados com base em eventos não informados ao Ministério da Saúde e captados por pesquisa de busca ativa. O método simplificado de correção das informações vitais, de 2000-2009 para o Brasil e unidades da federação, estabelece o nível de adequação das informações de óbitos e nascidos vivos, pelo cálculo do coeficiente geral de mortalidade padronizado por idade e da razão entre os nascidos vivos, informados e esperados, respectivamente, em cada município brasileiro. A partir da aplicação dos fatores de correção ao número de óbitos e nascidos vivos, informados em cada município, as estatísticas vitais foram corrigidas, possibilitando estimar o coeficiente de mortalidade infantil. RESULTADOS : Os maiores fatores de correção foram referentes aos óbitos infantis que atingiram valores maiores do que 7 para municípios com grande precariedade de informações de mortalidade. Os fatores de correção apresentaram gradiente decrescente à medida que melhoraram os indicadores de adequação das informações vitais para óbitos e nascidos vivos. As informações vitais corrigidas pelo método simplificado por unidade da federação, em 2008, foram similares às obtidas na pesquisa de busca ativa. A taxa de natalidade e o coeficiente de mortalidade infantil decresceram em todas as regiões brasileiras, no período. A taxa de decréscimo anual foi de 6,0% no Nordeste, a maior do Brasil (4,7%. CONCLUSÕES : A busca ativa de óbitos e nascimentos possibilitou calcular fatores de correção por nível de adequação das informações de mortalidade e de nascidos vivos. O método simplificado proposto permitiu corrigir as informações vitais por

  13. Estrategias para reducir la mortalidad infantil, Cuba 1959-1999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl L. Riverón Corteguera

    2000-09-01

    Full Text Available Se describen las estrategias utilizadas por el Ministerio de Salud Pública en las diferentes etapas del Programa de Atención Maternoinfantil, para reducir la mortalidad infantil en Cuba de 1959 a 1999. Este período se dividió para su comprensión en 4 decenios. Se hace referencia a las diferentes medidas utilizadas, desde la creación del Sistema Nacional de Salud, la formación de recursos humanos; el desarrollo de la Educación Médica, la edificación de Facultades de Ciencias Médicas y la capacitación del posgraduado, el incremento de hospitales y el aumento de las camas hasta los programas de inmunización, de lucha contra la gastroenteritis y para disminuir el bajo peso al nacer, el uso racional de los antimicrobianos; la presencia de la madre acompañante; la implantación del uso de las sales de rehidratación oral (SRO para prevenir y tratar la deshidratación por enfermedades diarreicas; el desarrollo de la Atención Primaria de Salud; los programas de tecnología avanzada para la detección de anomalías congénitas; la promoción de la lactancia materna exclusiva (LME; la categorización, por UNICEF, de los hospitales "Amigos de la Madres y el Niño", el desarrollo de investigaciones que sirvieron de base al Programa de Atención Maternoinfantil; la edificación de hospitales; la construcción de las unidades de terapia intensiva con equipamiento moderno tanto en pediatría como en neonatología y otros muchos elementos puestos en prácticas durante estos 40 años. Esto ha contribuido a que la mortalidad infantil, a pesar de haberse incrementado en el primer decenio (1959-1969 en el 25,5 %, a partir del 2do. decenio (1970-1979 iniciara un descenso mantenido en el 50 %; en el 3er. decenio (1980-1989 del 43,4 % y en el 4to. decenio (1990-1999 del 40,2 %. Se concluye exponiendo las principales estrategias que contribuyeron a reducir la mortalidad infantil en los últimos años de este siglo.The strategies used by the Ministry of

  14. Mortalidad infantil y migración en Chiapas, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Lidia Lópes-Gonzáles

    2010-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo fue analizar, en términos causales, la relación entre mortalidad infantil y migración en cuatro zonas socioeconómicas de la región Soconusco en Chiapas, México. El análisis de este estudio se basó en los resultados de una encuesta socio demográfica y de salud con base poblacional (probabilística que se llevó a cabo en el Soconusco, Chiapas en 1996-97. Se contrastan zonas con distinta condición socioeconómica, cultural y productiva. Se realizó análisis de regresión lineal y logística para identificar el efecto de la migración y la mortalidad infantil, así como de la migración y la zona geográfica sobre la tasa de mortalidad infantil. Los datos muestran que aunque más del 70% de la varianza de la mortalidad infantil se explica por la migración, no existe evidencia de una relación causal concluyente. La relación identificada entre mortalidad infantil, migración y zonas geográficas orientan a una explicación alternativa. Planteamos la hipótesis de que en la región estudiada, la magnitud y características de la emigración, así como de las tasas de mortalidad infantil, son consecuencia de las condiciones de vulnerabilidad económica y social de las poblaciones.

  15. Mortalidad infantil y migración en Chiapas, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Lidia Lópes-Gonzáles

    2010-07-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo fue analizar, en términos causales, la relación entre mortalidad infantil y migración en cuatro zonas socioeconómicas de la región Soconusco en Chiapas, México. El análisis de este estudio se basó en los resultados de una encuesta socio demográfica y de salud con base poblacional (probabilística que se llevó a cabo en el Soconusco, Chiapas en 1996-97. Se contrastan zonas con distinta condición socioeconómica, cultural y productiva. Se realizó análisis de regresión lineal y logística para identificar el efecto de la migración y la mortalidad infantil, así como de la migración y la zona geográfica sobre la tasa de mortalidad infantil. Los datos muestran que aunque más del 70% de la varianza de la mortalidad infantil se explica por la migración, no existe evidencia de una relación causal concluyente. La relación identificada entre mortalidad infantil, migración y zonas geográficas orientan a una explicación alternativa. Planteamos la hipótesis de que en la región estudiada, la magnitud y características de la emigración, así como de las tasas de mortalidad infantil, son consecuencia de las condiciones de vulnerabilidad económica y social de las poblaciones.

  16. Fatores socioeconómicos y mortalidad infantil en Ecuador, 1970-1981 Fatores socioeconômicos e mortalidade infantil no Equador, 1970-1981 Socioeconomic factors and infant mortality in Ecuador, 1970-1981

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo González Pérez

    1988-08-01

    Full Text Available En Ecuador la tasa de mortalidad infantil se redujo entre 1970 y 1981 en un 35%, a pesar de lo cual su valor sigue siendo elevado en el contexto latinoamericano. A nivel provincial, el comportamiento de la tasa no ha sido homogéneo, observándose fuertes diferencias entre las entidades en cuanto a la mortalidad durante el primer año de vida. Mediante el empleo de técnicas de regresión múltiple, pretendióse identificar aquellos factores socioeconómicos que más han incidido en el descenso de la mortalidad infantil en Ecuador en el período señalado, así como las variables que más explican las diferencias interprovinciales en dicho indicador. La disminución de la natalidad y el aumento proporcional de los gastos del presupuesto destinado a salud por una parte, y la tasa de alfabetización por otra parecen ser elementos claves para una explicación económico social de los cambios recientes en la mortalidad infantil ecuatoriana.No Equador entre os anos de 1970 a 1981 a taxa de mortalidade infantil reduziu em 35%, embora seu valor continua sendo elevado em relação ao contexto latinoamericano. A nível regional, o comportamento da taxa não tem sido homogêneo, observando-se diferenças significativas nas diversas regiões quanto a taxa de mortalidade durante o primeiro ano de vida. Com o emprego da técnica de regressão múltipla, pretendeu-se identificar aqueles fatores socioeconômicos que mais têm incidido no declínio da mortalidade infantil no Equador, no período acima descrito, bem como as variáveis que melhor explicam as diferenças inter-regionais do referido indicador. A diminuição da natalidade e o aumento proporcional de recursos financeiros destinados à saúde, por um lado, e a taxa de alfabetização por outro, parecem ser elementos chaves para uma explicação econômica social das mudanças recentes na mortalidade infantil equatoriana.In Equador infant mortality has dropped by 35% between 1970 and 1981, though this

  17. Mortalidade infantil evitavel e barreiras de acesso a atencao basica no Recife, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lygia Carmen de Moraes Vanderlei

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores que influenciam na mortalidade infantil evitável na perspectiva dos protagonistas envolvidos. MÉTODOS: Estudo qualitativo crítico-construtivista de análise do acesso das crianças à atenção e à mortalidade infantil evitável por ações e serviços no Distrito Sanitário I do Recife, PE, entre fevereiro de 2007 e fevereiro de 2008. Desenhou-se amostra teórica em duas etapas: I instituições prestadoras de serviços de saúde infantil; II informantes: gestores (11; profissionais da Estratégia de Saúde da Família e do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (48; profissionais das policlínicas (12, mães (20, com tamanho definido por saturação dos discursos. Foram realizadas entrevistas individuais semiestruturadas e estudo de caso de óbito infantil evitável. Utilizou-se análise temática de conteúdo com geração mista de categorias (emergentes e roteiro. RESULTADOS: Houve posições de conflito entre grupos de atores, refletindo o papel desempenhado na rede assistencial. Os participantes institucionais relacionavam os óbitos infantis à ausência/má divulgação das políticas de saúde infantil e das ações intersetoriais; profissionais e mães destacaram dificuldades de acesso por insuficiência global de recursos, principalmente a falta de médicos na Estratégia de Saúde da Família, deslocando a assistência para enfermeiras. Ausência de médicos, rechaço às doenças agudas, atenção desumanizada e/ou de má qualidade técnica foram os principais fatores relacionados aos óbitos pelas mães. Os participantes da Estratégia de Saúde da Família, do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e mães identificaram a condição de exclusão social e negligência materna com os óbitos enquanto o estudo de caso de óbito mostrou sua associação à baixa qualidade da atenção ofertada. CONCLUSÕES: Numerosas barreiras de acesso apontam a insuficiente implantação do Sistema

  18. UNA APROXIMACION A LOS DETERMINANTES SOCIOECONOMICOS DE LA MORTALIDAD INFANTIL Y DE NIÑEZ EN BOLIVIA: USO DE METODOS INDIRECTOS DE CALCULO DE MORTALIDAD Y ANALISIS BIVARIADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pamela Córdova

    2016-01-01

    Full Text Available A pesar de las importantes mejoras en los resultados de salud infantil y de niñez durante el Siglo XXI en América Latina, las tasas de mortalidad infantil y de niñez permanecen inaceptablemente altas en Bolivia encontrándose entre las más elevadas la región, solo por debajo de Haití, dirigiéndose a una deficiente salud infantil y de niñez. Estos resultados requieren de evidencia científica sobre la mejor manera de hacer frente a sus determinantes. Este estudio aproxima, teóricamente, mediante el marco teórico propuesto por Mosley-Chen y Sastry, los determinantes de la mortalidad infantil y de niñez en Bolivia enfocados en características individuales, del hogar y contextual. Además se examina de manera preliminar los niveles y magnitudes de la mortalidad mediante el uso de métodos directos e indirectos de estimación mediante la técnica propuesta por la versión Trussel y la versión Palloni-Heligman del Método de Brass y se realiza un análisis bivariado que da cuenta de relaciones existentes entre la mortalidad infantil y de niñez y las variables a nivel del hogar, individual y contextual relacionado con las políticas públicas.

  19. Impacto del Plan Nacer sobre la mortalidad infantil en Argentina

    OpenAIRE

    Garriga, Santiago

    2012-01-01

    El Plan Nacer es un programa del Ministerio de Salud de la Nación Argentina que invierte recursos con el objetivo de mejorar la cobertura y calidad de los servicios de salud en niños menores de seis años, mujeres embarazadas y puérperas que no poseen obra social. La novedad del mismo radica en la generación de un seguro público de salud para la población materno-infantil sin cobertura social y en la aplicación de un modelo de financiamiento basado en resultados. Este trabajo investiga los efe...

  20. Niveles de vida y salud en la España del primer franquismo: las desigualdades en la mortalidad infantil

    OpenAIRE

    Bernabeu Mestre, Josep; Caballero Pérez, Pablo; Galiana Sánchez, María Eugenia; Nolasco Bonmatí, Andreu

    2005-01-01

    A partir del estudio de las relaciones entre la mortalidad infantil y el desarrollo socioeconómico y sanitario de las provincias españolas, se analizan las desigualdades en salud que mostraban las diferentes regiones en las décadas centrales del siglo XX. Junto a los trabajos sobre mortalidad infantil y políticas de salud materno infantil llevados a cabo por la Dirección General de Sanidad, para los datos relativos a las condiciones y los niveles de vida, además de las informaciones socioecon...

  1. Mortalidade de infantil no município do Rio de Janeiro Mortalidad Infantil en el Municipio de Rio de Janeiro Child Mortality in Rio de Janeiro City

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Neres Matos

    2007-06-01

    Full Text Available A taxa de mortalidade infantil é considerada indicador síntese da qualidade de vida e do nível de desenvolvimento de uma população. Este artigo analisa a evolução dessas taxas no Município do Rio de Janeiro, no período de 1979 a 2004, e as causas em 2004. Trata de estudo descritivo a partir do total de óbitos infantis e nascimentos ocorridos, utilizando-se os sistemas de informação produzidos pelo Ministério da Saúde. Para avaliação, segundo causa básica de morte, usou-se a Classificação Internacional de Doenças. As taxas de mortalidade infantil por mil nascidos vivos decresceram de 37,4 em 1979 para 15,1 em 2004, sendo o componente pós-neonatal o principal responsável por este declínio. Em 2004, as principais causas de óbito neonatais foram as afecções perinatais e as malformações congênitas; entre os óbitos pós-neonatais destacaram-se as doenças infecciosas e parasitárias, as causas mal definidas e as doenças respiratórias. Embora tenha sido observada queda da taxa de mortalidade infantil, esta não teve uma redução maior, devido ao pequeno declínio do componente neonatal precoce. Observou-se que a assistência à saúde da criança, no município do Rio de Janeiro, ainda deixa a desejar no que se refere à integralidade da assistência desde o período pré-natal.La tasa de mortalidad infantil es considerada indicador síntese de la calidad de vida y del nivel de desarrollo de una población. Este artículo analiza la evolución de esas tasas en la Ciudad del Rio de Janeiro, en el periodo de 1979 hasta 2004, y las causas en 2004. Tratase de un estudio descriptivo desde el total de fallecimientos infantiles y nacimientos ocurridos, usando los sistemas de informaciones producidos por el Ministerio de la Salud. Para la evaluación, según causa básica de muerte, fue usada la Clasificación Internacional de Enfermedades. Las tasas de mortalidad infantil por mil nacimientos vivos decrecieron de 37,4 en 1979

  2. Mortalidad infantil en Uruguay: un análisis de supervivencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jewell R. Todd

    2010-12-01

    Full Text Available A partir de todos los nacimientos ocurridos en el Uruguay entre 2002 y 2003 y las defunciones ocurridas en el primer año de vida, se estima la tasa de mortalidad infantil a través de modelos probit y hazard. Debido a que las muertes se concentran en los primeros días y semanas de vida, el modelo hazard es preferible al probit, encontrándose que la estimación probit sobreestima los efectos de las covariables. Los resultados muestran que las variables más importantes son la edad y la educación de la madre, los cuidados prenatales y los denominados predictores de la mortalidad (bajo peso al nacer, semanas de gestación y APGAR.

  3. Políticas efectivas para reducir la mortalidad infantil en el Perú: ¿Cómo reducir la mortalidad infantil en las zonas más pobres del país?

    OpenAIRE

    Beltrán, Arlette; Grippa Zárate, Ana Rosa

    2014-01-01

    El propósito del presente trabajo es hallar aquellos determinantes más efectivos para reducir la mortalidad neonatal e infantil, para que sean utilizados como variables de política por el «policymaker» y se pueda alcanzar el Objetivo de Desarrollo del Milenio # 4: reducir para el año 2015 la tasa de mortalidad infantil a un tercio de su valor inicial de 1992. El trabajo hace uso de dos bases de datos: la IV Encuesta Demográfica y de Salud Familiar (Endes, 2000) y el II Censo de Infraestructur...

  4. Mortalidad infantil por malformaciones congénitas en Argentina: análisis del quinquenio 2002-2006

    OpenAIRE

    Bronberg, Rubén; Alfaro, Emma; Chaves, Estela; Dipierri, José

    2009-01-01

    Objetivo. Analizar la distribución espacial y temporal de la mortalidad infantil por malformaciones congénitas en la Argentina entre 2002-2006. Materiales y métodos. Los datos provinieron del Ministerio de Salud. Las malformaciones congénitas se clasificaron según la Clasificación Internacional de Enfermedades, décima revisión. Se calcularon por departamentos, provincias y regiones, componentes de la mortalidad infantil (neonatal precoz y tardía y postneonatal), subconjuntos de malformaciones...

  5. Geografia da mortalidade infantil do Brasil: variações espaciais e desigualdades territoriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Faria

    2016-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar as variações espaciais e as desigualdades territoriais nos indicadores de mortalidade infantil do Brasil. O estudo foi feito com todos os óbitos infantis e nascidos vivos registrados em sistemas oficiais nos anos de 2012 e 2013 nas 558 microrregiões brasileiras. Os indicadores foram calculados e estimados através do método bayesiano empírico. As características do território foram analisadas através de um indicador multicritério denominado Índice de Privação Social. Os resultados indicaram elevados coeficientes de mortalidade infantil (CMI nas microrregiões dos estados do nordeste e norte do país e fatores associados relacionados à idade da mãe, doenças infecciosas, vazios assistenciais e falta de acompanhamento pré-natal. Nas microrregiões dos estados do sudeste e sul e parte do centro-oeste os CMI são menos elevados e os fatores associados estão mais relacionados com a prematuridade e baixo peso à nascença.

  6. FATORES ASSOCIADOS À MORTALIDADE INFANTIL EM MUNICÍPIO COM ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO ELEVADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Volpato Kropiwiec

    2017-09-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar os fatores associados à mortalidade infantil em município com bom desenvolvimento socioeconômico. Métodos: Estudo de coorte retrospectivo com 7.887 nascidos vivos do ano de 2012 registrados no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC e associados por meio de linkage com o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM para identificação dos óbitos ocorridos no primeiro ano de vida. Os fatores de risco foram hierarquizados em três níveis de determinação: distal, intermediário e proximal. Os modelos de regressão logística binomial e o modelo multivariado quantificaram o impacto individual das variáveis testadas e ajustaram o efeito das variáveis de confundimento. A magnitude do efeito das variáveis explicativas foi estimada pelo cálculo do Odds Ratio (OR bruta e ajustada e de seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%, sendo significante p<0,05. Resultados: Identificou-se 61 óbitos na coorte e o coeficiente de mortalidade infantil foi de 7,7 por mil nascidos vivos. Mãe adolescente (ORaj 3,75; IC95% 1,40-10,02, duração da gestação <32 semanas (ORaj 12,08; IC95% 2,30-63,38, peso ao nascer <1.500 g (ORaj 8,20; IC95% 1,52-44,23, Apgar no 1º e no 5º minuto de vida <7 (ORaj 4,82; IC95% 2,01-11,55 e ORaj 6,26; IC95% 1,93-20,30, respectivamente e presença de malformação congênita (ORaj 21,49; IC95% 7,72-59,82 constituíram fatores de risco para os óbitos. Conclusões: A menor relevância dos fatores socioeconômicos e assistenciais e a maior importância dos fatores biológicos na determinação dos óbitos infantis podem refletir o efeito protetor do elevado desenvolvimento econômico e social dessa localidade.

  7. Evolución de la mortalidad infantil, neonatal y postneonatal en Andalucía, 1975-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ruiz Ramos

    2003-01-01

    Full Text Available Fundamento: La mortalidad infantil, y sus componentes neonatal y postneonatal, son importantes indicadores de salud, lo cual justifica su análisis periódico incluso en países desarrollados donde sus tasas han descendido considerablemente. El objetivo de este estudio es describir las modificaciones registradas en dichas tasas en Andalucía en el último cuarto de siglo. Métodos: Se han calculado las tasas anuales de mortalidad infantil, neonatal precoz y tardía, así como post-neonatal en 1975- 1998. Mediante regresión de Poisson se han estimado los porcentajes anuales de cambio de las tasas en los dos intervalos de 1975-1986 y 1987-1998 así como en el periodo completo 1975-1998. Se ha analizado también la mortalidad proporcional por causas infecciosas, respiratorias, congénitas, afecciones originadas en el periodo perinatal y el resto de causas, así como la razón de tasas de mortalidad por afecciones originadas en el periodo perinatal y para el total de causas, en el quinquenio 1994-98 respecto al quinquenio 1975-79, en los periodos infantil, neonatal (precoz y tardío y postneonatal. Resultados: Los mayores descensos porcentuales se han producido en la mortalidad neonatal precoz (6,38% y tardía (4,6%. La razón de tasas de mortalidad por afecciones originadas en el periodo perinatal entre 1994-98 y 1975-79 es 10 para la mortalidad postneonatal mientras que es inferior a 1 para la mortalidad neonatal tardía (0,63, precoz (0,33 e infantil (0,30. Conclusiones: La mortalidad en los periodos infantil, neonatal precoz, tardío y post-neonatal ha descendido acusadamente entre 1975 y 1998. El riesgo de fallecer por afecciones originadas en el periodo perinatal de los niños con más de 4 semanas y menos de 1 año de vida (periodo postneonatal se ha multiplicado por diez entre 1975-79 y 1994-98.

  8. La mortalidad infantil, indicador de excelencia Infant mortality, an indicator of excellence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yurima Díaz Elejalde

    2008-06-01

    Full Text Available La mortalidad infantil es un indicador de gran importancia para el Sistema Nacional de Salud cubano y a nivel mundial. Es utilizado para evaluar el estado de salud de la población, por lo que se realizó un estudio descriptivo, retrospectivo y longitudinal con el objetivo de caracterizar el comportamiento de la mortalidad infantil en el municipio de Guanabacoa, desde el 1º de enero de 2000 al 30 de junio de 2005. Se estudió una muestra de 48 defunciones a través de variables maternas y del recién nacido, con la información obtenida de los registros médicos e historias clínicas. Se encontró que la tasa de mortalidad infantil de nuestro municipio, fundamentalmente en los 4 años iniciales, es irregular con tendencia decreciente, siendo las principales causas de muerte las infecciones (37,5 %, la sepsis (14,5 %, la asfixia (10,4 % y las malformaciones congénitas (10,4 %. Las variables maternas afectadas fueron los factores de riesgo en el embarazo: bajo peso materno, la moniliasis vaginal y la anemia ferropénica ; y en el recién nacido, el componente neonatal precoz y el sexo masculino.Infant mortality is an indicator of great importance for the Cuban National Health System and for the world. It is used to evaluate the health status of the population. A descriptive, retrospective and longitudinal study was conducted aimed at characterizing the behavior of infant mortality in the municipality of Guanabacoa from January 1st, 2000 to June 30th, 2005. A sample of 48 deaths was studied through variables of the mother and the newborn obtained from the medical registries and histories. It was found that infant mortality rate in our municipality, mainly in the 4 initial years is irregular with a decreasing trend. The main causes of death are infections (37.5 %, sepsis (14.5 %, asphyxia (10.4 % and congenital malformations (10.4 %. The affected maternal variables were the risk factors during pregnancy: maternal low weight, vaginal moniliasis

  9. Cifras del retroceso: el deterioro relativo de la tasa de mortalidad infantil de Argentina en la segunda mitad del siglo XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Escudero

    2006-01-01

    Full Text Available Se compara la evolución histórica de la tasa de mortalidad infantil de Argentina con la de otros países americanos en la segunda mitad del siglo XX. También se compara la evolución histórica de la tasa de mortalidad infantil de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires y la del Gran Buenos Aires con la de otras ciudades de América y del mundo. Esto muestra el deterioro relativo de la posición de Argentina con respecto a su nivel de mortalidad infantil.

  10. Impacto das ações de imunização pelo Programa Saúde da Família na mortalidade infantil por doenças evitáveis em Olinda, Pernambuco, Brasil Impact of immunization measures by the Family Health Program on infant mortality from preventable diseases in Olinda, Pernambuco State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Maria Rocha Guimarães

    2009-04-01

    Full Text Available Este artigo aborda o impacto do Programa Saúde da Família (PSF na saúde infantil no Município de Olinda, Pernambuco, Brasil, por meio da avaliação da vacinação e mortalidade infantil por causas evitáveis. Realizou-se um estudo de série temporal com os dados dos principais sistemas de informação em saúde, usando-se a análise dos indicadores ex-ante e ex-post da implantação do PSF, em 1995. A variável independente foi o ano de nascimento relacionado com grau de cobertura da população pelo PSF. Analisou-se três períodos: 1990/1994 (anterior, 1995/1996 (implantação: cobertura de 0% a 30%, 1997/2002 (intervenção: cobertura de 38,6% a 54%. A tendência dos indicadores foi analisada pela regressão linear simples, sendo testada a significância pelo teste t. No período de implantação houve aumento de todas as médias das coberturas vacinais (176% BCG, 223% pólio, 52% DPT, 61% sarampo e redução da mortalidade infantil por causas evitáveis (12,7 óbitos/ano, mesmo não havendo diminuição da pobreza absoluta no município ou aumento das coberturas das redes públicas de saúde nem de esgotamento. A melhoria nos indicadores demonstra a efetividade das ações do PSF no município.This article analyzes the impact of the Family Health Program (FHP on infant health in Olinda, Pernambuco State, Brazil, evaluating immunization and infant mortality from vaccine-preventable diseases. A time-series study was conducted with data from the principal health information systems, analyzing indicators before and after implementation of the FHP in 1995. The independent variable was year of birth, related to degree of population coverage by the FHP. Three periods were analyzed: 1990-1994 (prior, 1995-1996 (implementation phase: 0 to 30% coverage, and 1997-2002 (intervention: coverage of 38.6% to 54%. Trends in the indicators were analyzed by simple linear regression, testing significance with the t test. During the implementation period

  11. Mortalidad infantil por defectos congénitos en Costa Rica, 1981-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María de la Paz Barboza-Arguello

    2013-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar las tendencias y el impacto de los diferentes tipos de defectos congénitos (DC en la tasa de mortalidad infantil (TMI y neonatal (TMN en Costa Rica para el período 1981-2010. MÉTODOS: Se analizaron datos del Centro Centroamericano de Población, que utiliza las versiones 9 y 10 de la Clasificación Internacional de Enfermedades para clasificar las causas de defunción. Se analizaron tendencias de mortalidad infantil, neonatal y residual. Para cada grupo de DC se construyó un modelo de regresión Poisson Log Lineal. Se obtuvieron las TMI y las TMN y los riesgos relativos correspondientes a las tres décadas 1981-1990, 1991-2000 y 2001-2010, con sus intervalos de confianza de 95% (IC95%. Los estimados se compararon mediante chi cuadrado de Wald. RESULTADOS: Al comparar la década de 1980 con la del 2000, la TMN y la TMI por DC presentó una disminución significativa de 2,37 (IC95%: 2,26-2,48 a 2,13 (2,03-2,23 y de 4,13 (3,99-4,27 a 3,18 (3,05-3,31, respectivamente. Los grupos de DC que registraron una reducción significativa en la TMI fueron: sistema nervioso, digestivo y circulatorio. Con excepción del sistema circulatorio, estos grupos experimentaron una caída significativa en la TMN. En el resto de los grupos se registró un aumento significativo o no hubo cambio. CONCLUSIONES: Se ha producido una disminución de la TMI y la TMN por DC, aunque proporcionalmente estas tasas han crecido debido a un mayor descenso de las otras causas. Esta reducción es mucho menor en la mortalidad neonatal. Se debe fortalecer la prevención primaria y la atención neonatal de los DC.

  12. Determinantes sociales de la mortalidad infantil en municipios de bajo índice de desarrollo humano en México

    OpenAIRE

    Duarte-Gómez, María Beatriz; Núñez-Urquiza, Rosa María; Restrepo-Restrepo, José Alonso; Richardson-López-Collada, Vesta Louise

    2015-01-01

    Introducción: Se realizó un estudio con el objetivo de identificar determinantes sociales de mortalidad infantil en zonas rurales en México, y recomendar estrategias para disminuir esta mortalidad. Métodos: Se tomó una muestra por conveniencia de 16 municipios de bajo índice de desarrollo humano. Se identificaron fallecimientos de menores de un año de edad a través de registros oficiales y de entrevistas con autoridades civiles, personal de salud y líderes comunitarios. También se realizar...

  13. Determinantes sociales de la mortalidad infantil en municipios de bajo índice de desarrollo humano en México

    OpenAIRE

    Duarte-Gómez, María Beatriz; Núñez-Urquiza, Rosa María; Restrepo-Restrepo, José Alonso; López-Collada, Vesta Louise Richardson

    2015-01-01

    ResumenINTRODUCCIÓN: Se realizó un estudio con el objetivo de identificar determinantes sociales de mortalidad infantil en zonas rurales en México, y recomendar estrategias para disminuir esta mortalidad.MÉTODOS: Se tomó una muestra por conveniencia de 16 municipios de bajo índice de desarrollo humano. Se identificaron fallecimientos de menores de un año de edad a través de registros oficiales y de entrevistas con autoridades civiles, personal de salud y líderes comunitarios. También se reali...

  14. Mineração de dados e características da mortalidade infantil Data mining and characteristics of infant mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rossana Cristina Xavier Ferreira Vianna

    2010-03-01

    Full Text Available O estudo busca identificar padrões de características materno-fetais na predição da mortalidade infantil, por meio da incorporação de técnicas inovadoras, como a Mineração de Dados, que se mostram relevantes em Saúde Pública. Foi elaborada uma base de dados, com óbitos infantis analisados pelos Comitês de Prevenção da Mortalidade Infantil de 2000 a 2004, a partir da integração dos Sistemas de Informações de Nascidos Vivos, da Mortalidade e da Investigação da Mortalidade Infantil no Estado do Paraná. O programa da mineração foi o WEKA, de uso livre. A mineração faz busca em banco de dados e fornece regras que devem ser analisadas para transformação em informação útil. Após a mineração, selecionaram-se 4.230 regras, por exemplo: mãe adolescente e peso ao nascer This study aims to identify patterns in maternal and fetal characteristics in the prediction of infant mortality by incorporating innovative techniques like data mining, with proven relevance for public health. A database was developed with infant deaths from 2000 to 2004 analyzed by the Committees for the Prevention of Infant Mortality, based on integration of the Information System on Live Births (SINASC, Mortality Information System, and Investigation of Infant Mortality in the State of Paraná. The data mining software was WEKA (open source. The data mining conducts a database search and provides rules to be analyzed to transform the data into useful information. After mining, 4,230 rules were selected: teenage pregnancy plus birth weight < 2,500g, or post-term birth plus teenage mother with a previous child or intercurrent conditions increase the risk of neonatal death. The results highlight the need for greater attention to teenage mothers, newborns with birth weight < 2,500g, post-term neonates, and infants of mothers with intercurrent conditions, thus corroborating other studies.

  15. Tecnologia simplificada na enfermagem materno infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Campestrini

    1991-09-01

    Full Text Available A autora apresenta três modelos de tecnologia simplificada da enfermagem materno infantil: o equipamento didático SEIO COBAIA para treinar exercícios e massagens da mama e mamilo; a peça indumentária SUPRETRAUMA - sutiã preventivo de traumatismo mamilar - usado por gestantes; e, a técnica para reverter mamilo umbilicado durante o puerperio imediato. Além de corroborar na promoção do aleitamento materno e na prevenção de desmame precoce, demonstra a possibilidade da enfermagem relacionar o saber teórico-científico com o saber tecnico-prático, na saúde da mulher e da criança, com tecnologia adequada às necessidades, à compreensão e ao bem estar da população.

  16. Mortalidad infantil y condiciones higienico-sociales en las Américas: un estudio de correlación Mortalidade infantil e condições higiênico-sociais nas Américas: uma análise de correlação Infant mortality and social conditions in America: a correlation analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Carlos Silva Ayçaguer

    1990-12-01

    Full Text Available Se evalua por conducto de un estudio exploratorio, basado en la teoría de correlaciones, la relación existente en la Región de las Américas entre la tasa de mortalidad infantil como indicador del estado de salud de la población y otros índices expresivos de áreas tales como la demográfica, social y de desarrollo de la atención médica. Los resultados obtenidos muestran que las variables más influyentes en el riesgo de morir de los menores de un año son el nivel de educación materna y la tasa de natalidad. Por otra parte parece confirmarse que el aumento de los recursos destinados a la atención, por sí mismos, no mejoran la situación de la mortalidad infantil en nuestros países una vez alcanzado cierto nivel.Avalia-se, por meio de um estudo ecológico, de tipo exploratório baseado na teoria de correlações, a relação existente na região das Américas entre a taxa de mortalidade infantil como indicador do Estado de Saúde da População e outros índices expressivos de áreas tais como a demográfica, social e desenvolvimento da assistência médica. Os resultados obtidos mostram que as variáveis mais influentes no risco de morrer dos menores de um ano são o nível de educação materna e a taxa de natalidade. Parece confirmar-se o aumento dos recursos destinados a atenção não melhoram, por si mesmos, a situação da mortalidade infantil nesses países uma vez alcançado certo nível.The relation beetwen the infant mortality rate, as a health indicator, and various demographic, social and health care development indexes is explored by means of an ecological, study based on correlation theory. Results show that the variables of greatest influence are maternal education and birth rate. It seems apparent that, once a minimal level is achieved, an increase of resources devoted to medical care, does not by itself, improve the infant mortality rate in these countries.

  17. Mortalidad infantil por malformaciones congénitas en Chile: análisis temporal y espacial, 1997-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Edgardo Dipierri

    Full Text Available OBJETIVO:Analizar la distribución espacial y temporal (1997-2011 de la mortalidad infantil por malformaciones congénitas (MC en Chile. MÉTODOS: Los datos de nacimientos y muertes en menores de 1 año de edad codificados con la CIE-10 se obtuvieron del Instituto Nacional de Estadísticas. Para las regiones administrativas y las naturales (Norte Grande, Norte Chico, Central, Austral y Sur, sistemas (nervioso, cardiovascular, digestivo, genitourinario, musculo esquelético, anomalías cromosómicas y 28 malformaciones específicas, se estimaron el porcentaje de muertes por MC (PM-MC y la tasa de mortalidad infantil por MC (TMI-MC en 3 períodos (1997-2001, 2002-2009, 2007-2011. La tendencia secular y la variación del riesgo de muerte se estimaron con un modelo de regresión de Poisson. RESULTADOS: Para todo Chile, la tendencia secular de la TMI-MC y el PM-MC fueron negativa y positiva, respectivamente (P < 0,01. La TMI-MC y el PM-MC exhibieron una heterogeneidad espacial discreta en las regiones administrativas y naturales. La región natural que más se acercó al patrón nacional fue la Central. La tendencia secular de la TMI-MC de los sistemas nervioso y cardíaco y de algunas MC específicas (anencefalia, espina bífida, y comunicaciones interauricular e interventricular fue negativa. El patrón de mortalidad infantil por MC para todo Chile se caracteriza por presentar en el período 1997-2011 un descenso de la TMI-MC y un aumento del PM-MC. CONCLUSIONES: Los resultados indican que Chile se encuentra en un estadio avanzado de la transición epidemiológica de las causas de mortalidad infantil. Sin embargo, se observan disparidades interregionales de estos indicadores, más notorias en el sur del país.

  18. Mortalidade materna na cidade do Recife Maternal mortality in Recife

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aurélio Antônio Ribeiro Costa

    2002-08-01

    Full Text Available Objetivos: determinar a Razão de Mortalidade Materna (RMM entre mulheres residentes na cidade do Recife, pela análise de todas as declarações de óbito de mulheres na idade entre 10-49 anos. Determinar a taxa de sub-registro e estudar as principais características, causas básicas, classificação e evitabilidade das mortes maternas. Métodos: realizou-se estudo descritivo de base populacional, analisando-se todos as declarações de óbito de mulheres entre 10-40 anos e utilizando-se os critérios de Laurenti para classificá-los como declarados ou presumíveis. Estudaram-se os prontuários médicos e os dados de autópsia, quando disponíveis, determinando-se as causas básicas dos óbitos e calculando-se a taxa de sub-registro. A Razão de Mortalidade Materna foi calculada usando as informações sobre nascidos vivos do SINASC (Sistema de Informações dos Nascidos Vivos. Resultados: encontraram-se 144 mortes maternas, sendo 104 declaradas e 44 presumíveis, confirmadas após investigação. A Razão de Mortalidade Materna foi 75,5 por 100.000 nascidos vivos e o percentual de sub-registro foi 27,8%. Observou-se uma predominância de causas diretas, sendo as mais freqüentes hipertensão (19%, hemorragia (16% e infecção (11%. Cerca de 82% das mortes foram consideradas evitáveis por meio de assistência adequada ao pré-natal, parto e puerpério. Conclusões: a Razão de Mortalidade Materna é alta na cidade de Recife, e o percentual de subnotificação permanece elevado. Predominam as causas diretas e os óbitos evitáveis, evidenciando ausência de assistência adequada ao pré-natal, parto e puerpério.Purpose: to determine the Maternal Mortality Ratio (MMR among women living in the city of Recife, Brazil through the analysis of all death certificates of women aged 10-49 years from 1994 to 2000. To determine the underreporting rate and to study the main characteristics, basic causes, classification and avoidance of maternal deaths

  19. Pornografia infantil na Internet: violência sexual ou pornografia?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Savoia Landini

    2000-01-01

    Full Text Available O artigo versa sobre a proliferação da pornografia infantil na internet. Argumento que uma possível explicação para o aumento dessa troca seja o não entendimento, por parte dos internautas, de que a pornografia infantil é uma forma de violência sexual contra a criança. Essa visão é engendrada pela especificidades da troca desse tipo de material na rede.

  20. Pornografia infantil na Internet: violência sexual ou pornografia?

    OpenAIRE

    Tatiana Savoia Landini

    2000-01-01

    O artigo versa sobre a proliferação da pornografia infantil na internet. Argumento que uma possível explicação para o aumento dessa troca seja o não entendimento, por parte dos internautas, de que a pornografia infantil é uma forma de violência sexual contra a criança. Essa visão é engendrada pela especificidades da troca desse tipo de material na rede.

  1. Evolución de la mortalidad infantil en la ciudad de Barcelona (1983-1998 Trends in infant mortality in Barcelona [Spain], 1983-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emma Albacar

    2004-02-01

    Full Text Available Objetivo: Analizar las tendencias de la mortalidad infantil, teniendo en cuenta sus componentes y las principales causas de defunción entre los años 1983 y 1998 en la ciudad de Barcelona. Métodos: Se han calculado las tasas globales y por sexos de la mortalidad infantil, posneonatal, neonatal, neonatal tardía y neonatal precoz de los residentes de la ciudad de Barcelona entre los años 1983 y 1998, con los datos procedentes de los registros de mortalidad y natalidad. Los datos se han agrupado en períodos de 4 años y se han ajustado los modelos de regresión de Poisson con la finalidad de calcular los riesgos relativos de mortalidad que comparen estos períodos. También se ha calculado la variación porcentual entre las tasas de los períodos definidos. Resultados: En total, durante estos 16 años hubo 1.564 muertes. De éstas, 896 corresponden a niños (57,3% y las 668 restantes a niñas (42,7%. Las tasas de mortalidad infantil oscilan entre 10,5 por 1.000 nacidos vivos en el año 1986 y 3,4 10 años después, en el año 1996. Entre los años 1983 y 1988 se observa un estancamiento de la mortalidad infantil, y a partir del año 1989 se nota una disminución en las tasas de mortalidad infantil. La tasa de mortalidad neonatal, y sobre todo la neonatal precoz, experimentan un descenso más pronunciado que la mortalidad posneonatal. Las causas de defunción más frecuentes son las debidas a defectos congénitos (47,4% seguidas por las causas perinatales (32,1%. Conclusiones: Tras analizar la tendencia de la mortalidad infantil y haber observado la de años anteriores, se concluye que las tasas de mortalidad infantil han disminuido durante el período estudiado, aunque no con la misma intensidad que en décadas anteriores.Objective: To analyze trends in infant mortality, taking into account its main components and the principal causes of death between 1983 and 1998 in the city of Barcelona (Spain. Methods: We calculated overall mortality rates

  2. Evolução da mortalidade geral, infantil e proporcional no Brasil Trends in general, infant and proportional mortality in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Yunes

    1974-06-01

    Full Text Available Estudo da evolução da mortalidade geral, infantil e proporcional para o Brasil e Regiões Fisiográficas de 1941 a 1970. Nos últimos 30 anos a redução de mortalidade geral para o Brasil foi de 47,5%, tendo sido maior a queda na região Centro-Oeste. No último decênio observa-se o aumento do coeficiente em todas as regiões iniciando-se em diferentes períodos, sendo em parte devido ao aumento da mortalidade infantil. Ao se comparar a mortalidade geral do Brasil com a de países mais desenvolvidos, ela pode ser considerada elevada, uma vez que cerca de 42% da população tem menos de 14 anos de idade, indicando nível de saúde insatisfatório. Para a mortalidade infantil, em 30 anos houve uma redução de seu coeficiente em 46,2%, tendo sido maior esta queda na região Centro-Oeste. No último decênio, observa-se um aumento deste coeficiente, sugerindo, portanto, uma piora do nível de saúde e ao se comparar com outros países é notória a diferença observada. Ao se comparar a mortalidade proporcional (percentagem do total de óbitos de crianças menores de 1 ano de 1940/1970, observa-se uma elevação de 16,3%, sendo no último decênio o maior aumento para as regiões Centro-Oeste (57,7% e Sudeste (36,1%. Ao se comparar os dados do Brasil com o Estado e Município mais desenvolvido (São Paulo, observa-se sempre que estes indicadores para o país como um todo apresentam-se mais elevados, sugerindo um pior nível de saúde. Entre os principais fatores condicionantes da piora do nível de saúde do Brasil no último decênio, destaca-se o econômico onde ocorre um aumento na concentração da distribuição de renda, declíneo do salário mínimo real de 20%, com conseqüente diminuição do poder aquisitivo da população assalariada. Acresce-se ainda, o aumento da população descoberta dos recursos de saneamento básico.Study of the evolution of general mortality, infant mortality rate and mortality ratio in Brazil and

  3. Mortalidade materna na perspectiva do familiar Mortalidad materna en la perspectiva del familiar Maternal mortality on the family members' perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Azevedo Gomes

    2006-03-01

    Full Text Available A mortalidade materna é um dos indicadores do desenvolvimento de saúde e social de um país. É uma tragédia para a família, pois a morte da mãe priva a criança da amamentação e do contato materno, e pelo fato de caber à mulher manter a unidade da família. Este estudo teve como objetivo compreender o significado da morte atribuído por familiares das mulheres falecidas por causas maternas. A população foi constituída por dez familiares de sete mulheres que morreram durante o ciclo grávido-puerperal no município de Ribeirão Preto. Realizamos visitas domiciliares e a coleta de dados foi realizada por meio de entrevista dada pelo familiar da mulher. Para a análise dos dados, utilizamos a análise temática, em que depreendemos três categorias temáticas: significado da morte materna, vivenciando a mortalidade materna na família e vivenciando a mortalidade materna na instituição de saúde. As visitas domiciliares confirmaram que existem fatores coadjuvantes que influenciaram na ocorrência das mortes maternas.La mortalidad materna es uno de los indicadores del desarrollo en salud y social de un país. Es una tragedia para la familia, pues la muerte de la madre priva al niño del amamantamiento y del contacto materno, y por el hecho de que cabe a la mujer mantener la unidad de la familia. Este estudio tuvo como objetivo comprender el significado de la muerte atribuido por familiares de las mujeres fallecidas por causas maternas. La población estuvo constituida por diez familiares de siete mujeres que murieron durante el ciclo grávido-puerperal en el municipio de Ribeirão Preto. Se efectuaron visitas domiciliarias y la recolección de datos fue realizada por medio de entrevista al familiar de la mujer. Para el análisis de los datos, se utilizó el análisis temático, desprendiéndose tres categorías temáticas: significado de la muerte materna, vivenciando la mortalidad materna en la familia y vivenciando la mortalidad

  4. Mortalidade infantil em duas coortes de base populacional no Sul do Brasil: tendências e diferenciais Infant mortality in two population-based cohorts in southern Brazil: trends and differentials

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana M. B. Menezes

    1996-01-01

    Full Text Available Estudou-se a tendência temporal da mortalidade infantil através de dois estudos de coorte realizados em Pelotas, Rio Grande do Sul, em 1982 e 1993. Ambas coortes incluíram todos os nascimentos hospitalares e óbitos verificados através de visitas regulares aos hospitais, cartórios e cemitérios. As informações sobre a causa de morte foram obtidas através de entrevistas com pediatras, revisão do prontuário, necrópsias e entrevista com os pais das crianças. O coeficiente de mortalidade infantil caiu de 36,4 por mil nascidos vivos para 21,1 na década. As principais causas de mortalidade infantil em 1993 foram as perinatais, malformações congênitas, diarréia e infecções respiratórias. Crianças com baixo peso ao nascer apresentaram mortalidade 12 vezes maior do que crianças com peso adequado, e crianças pré-termo, duas vezes mais do que crianças com retardo de crescimento intra-uterino. Crianças de famílias com renda baixa (um salário mínimo apresentaram mortalidade sete vezes superior àquelas com renda alta (10 salários mínimos. A mortalidade de crianças de baixo peso ao nascer e alta renda familiar decresceu em 67%, contra apenas 36% para as de baixa renda. Conclui-se que, mesmo com uma queda expressiva da mortalidade infantil na década, persistem importantes desigualdades sociais.Time trends in infant mortality were assessed through two cohort studies carried out in Pelotas, Southern Brazil, in 1982 and 1993. Both cohorts included all hospital deliveries, and deaths were monitored through regular visits to hospitals, cemeteries, and notary publics. Information on cause of death was obtained from pediatricians, case notes, autopsies, and home visits to parents. The infant mortality rate fell from 36.4 in 1982 to 21.1 per thousand live births in 1993. The main causes of death in 1993 were perinatal, congenital malformations, diarrhea, and respiratory infections. Low birthweight babies were twelve times more likely

  5. La reducción de la mortalidad infantil en Argentina, Brasil y Uruguay. Entre intenciones, logros y desafíos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eleonora Soledad Rojas-Cabrera

    2011-01-01

    Full Text Available La importancia de la reducción de la mortalidad infantil es reconocida internacionalmente en distintos tratados de Derechos Humanos, entre ellos la Convención sobre los Derechos del Niño (CDN y se refuerza con metas cuantificables en los planes de acción de las conferencias basadas en los mismos, a los que Argentina, Brasil y Uruguay adhieren. A veinte años de ratificada la CDN, nos preguntamos en qué medida la reducción de la mortalidad infantil en estos países ha sido suficiente para alcanzar las metas establecidas. Nos interesa conocer cuáles son los logros alcanzados y los temas pendientes para dar cumplimiento a los compromisos asumidos ante la comunidad internacional. En base a información publicada por los institutos nacionales de estadísticas y por el Centro Latinoamericano y Caribeño de Demografía (CEPAL/CELADE, se concluye que Argentina, Brasil y Uruguay han realizado importantes logros en la reducción de la mortalidad infantil, de manera que habrían logrado la meta de reducción en un tercio el nivel de la mortalidad infantil entre los años 1990 y 2000. Sin embargo, a pesar de haber continuado el descenso en años posteriores, el ritmo no sería suficiente para alcanzar las metas planteadas para el año 2010 ni para el año 2015. En cuanto a las metas relacionadas a la disminución de las brechas entre sectores sociales, la situación es más preocupante ya que las diferencias se mantienen en valores inaceptables. Por estos motivos, los países deberían redoblar los esfuerzos para dar cumplimiento a dichos compromisos.

  6. Procedimento educativo na epilepsia infantil Educational procedure in infantile epilepsy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Teixeira Fernandes

    2001-06-01

    Full Text Available A epilepsia é uma condição neurológica crônica que afeta o comportamento do paciente e traz dificuldades psico-sócio-culturais. O trabalho em grupos visa melhorar a interação pais-filhos, através de informações adequadas sobre a epilepsia. O objetivo do presente trabalho foi, através dos grupos de apoio (procedimento educativo, esclarecer aspectos relacionados à epilepsia e avaliar a eficácia destes grupos na identificação e na melhora das variáveis psicológicas. Foram aplicados 36 protocolos (pré e pós-testes que avaliaram sentimentos, crenças e comportamentos dos pais e filhos. Foram observados sentimentos de mágoa e medo, tristeza e rejeição, que foram associados a superproteção e falta de limites. Depois do grupo, 91,6% dos pais relataram ter adquirido mais conhecimento sobre a epilepsia, associando muitas das dificuldades com a falta de informação e a presença de crenças irracionais. Conclui-se que orientação sobre a epilepsia, o uso de medicamentos, os aspectos psicológicos, sociais e comportamentais, melhoram a adaptação à doença. Por isso, a importância dos grupos na desmistificação de crenças, identificação de relações parentais e prevenção de dificuldades comportamentais.Epilepsy is a neurologic disorder, which affects the patient's behaviour and carries strong psychological, social and cultural difficulties. Group-work improves the interaction parent-child, through appropriate explanations regarding the epilepsy. The purpose of this study was to give adequate information about epilepsy through support groups (educational procedure and to assess the efficacy of these groups in identifying psychological aspects. Protocols were applied to 36 parents before and after the sessions, with questions concerning feelings and beliefs about epilepsy as well as parent-child interactions. As the main results, the following feelings were observed: fear, frightening and anxiety, sadness and rejection

  7. Administración del recurso hídrico para consumo humano en Costa Rica y su consecuencia en la mortalidad infantil post-neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edwin Vega Araya

    2008-06-01

    Full Text Available Si se está pensando en reducir la mortalidad infantil, es útil dividir la mortalidad según el tiempo en que ocurre. La mortalidad perinatal y neonatal (en los primeros días de vida hasta los 27 días de vida y la mortalidad post-neonatal (entre 28 y 365 días de vida. El presente estudio se refiere a este último periodo de deceso, la tasa de mortalidad infantil post-neonatal (TMI post-neonatal, que si bien tiene un peso relativo menor, no deja de ser importante. Primeramente se analiza la influencia de otros factores, como los factores sociodemográficos a través del estudio de la relación entre el Índice de Desarrollo Social (IDS y la TMI post-neonatal. Luego se establece cuáles son los entes que proveen el servicio de agua potable en los diferentes distritos del país, y, dadas sus diferentes características, se analiza y verifica la hipótesis de que el ente proveedor (o administrador es un factor que explica la variación de la TMI post-neonatal entre distritos. Para reducir la TMI post-neonatal se debe obrar en la calidad del agua potable. La primera sugerencia es que en cada distrito debe haber un claro responsable y proveedor del agua potable. A juzgar por el éxito de ICAA y ESPH, parecen más exitosos los entes administradores basados en el control (en términos de definición de tarifas y control de calidad por parte de ARESEP, y no por Concejos Municipales que son más susceptibles a aplazar medidas como la colocación de medidores, la ejecución de ciertas inversiones, etc.

  8. EVOLUCIÓN DE LA MORTALIDAD POR ACCIDENTES INFANTILES Y SU DISTRIBUCIÓN GEOGRÁFICA EN ESPAÑA (1975-1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ruiz Ramos

    2001-01-01

    Full Text Available Fundamentos: En los países desarrollados los accidentes infantiles ocupan los primeros lugares como causa de mortalidad. El objetivo de este trabajo es describir su evolución en España desde 1975 a 1994, así como su distribución por Comunidades Autónomas. Método: Con las defunciones por accidentes y las poblaciones de España y sus Comunidades Autónomas de 1 a 14 años de las estadísticas oficiales de mortalidad se han calculado los siguientes indicadores: porcentajes sobre el total de defunciones, tasas brutas de mortalidad, tasas ajustadas por edad, tasas específicas por grupos de edad y riesgos relativos. Estos indicadores han sido calculados por género, año de defunción y Comunidad Autónoma. Resultados: Entre 1975 y 1994 se ha reducido la mortalidad por accidentes infantiles en España, en un 3% anual en las niñas y en un 3,5% en los niños. La razón niños/niñas se ha mantenido alrededor de 2. Los accidentes de tráfico han supuesto en torno al 50%. Aragón presentaba el riego relativo más bajo tanto en niñas como en niños, con 0,54 y 0,57 respectivamente, y Galicia el más alto con 1,73 en niñas y 1,91 en niños. El porcentaje sobre el total de defunciones infantiles fue muy variable entre las Comunidades Autónomas, mientras que el porcentaje de accidentes de tráfico estuvo alrededor del 50% en todas las Comunidades Autónomas. Conclusiones: En España la mortalidad por accidentes infantiles ha descendido de una manera notable, en la actualidad se estima que los niños mueren un 50% menos que en 1975. La distribución por Comunidades Autónomas presenta grandes diferencias.

  9. Trauma na gestante: análise da mortalidade materna e fetal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Corsi

    Full Text Available Foram analisadas retrospectivamente 26 pacientes gestantes traumatizadas, num período de nove anos. A média de idade foi 23,7 anos (16-42. A idade gestacional variou de dez a quarenta semanas (média 21,5 semanas; a maioria (46,1% no segundo trimestre. O mecanismo predominante (65,3% foi o trauma abdominal fechado por acidente automobilístico (atropelamento ou colisão. Na admissão, oito (30,7% pacientes apresentavam alterações hemodinâmicas. Seis doentes (23,0% apresentavam sangramento vaginal e, destas, quatro estavam hemodinamicamente normais. Analisamos a mortalidade materna, a mortalidade fetal e suas causas. Comparamos também a mediana dos valores do RTS e TRISS entre os grupos, sobrevida materno-fetal, sobrevida materna e óbito materno-fetal. Todas as gestantes admitidas com sangramento vaginal apresentaram óbito fetal. A mortalidade materna foi de 11,5%, por choque hemorrágico. A mortalidade fetal foi de 30,7%, sendo que 37,5% destes óbitos foram provocados pela morte materna. A principal causa de mortalidade fetal foi o descolamento de placenta (50,0%. Os índices de trauma, RTS e TRISS, foram significativamente menor (p=0,0025 e p<0,0001 no grupo óbito materno-fetal, porém esses índices não apresentaram valor prognóstico na mortalidade fetal.

  10. Distribuição espacial do risco: modelagem da mortalidade infantil em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil Spatial risk distribution: modeling infant mortality in Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia E. Shimakura

    2001-10-01

    Full Text Available Estimação e mapeamento de perfis de risco são interesses da Epidemiologia. Neste trabalho, é analisada a distribuição espacial de casos de mortalidade infantil, comparados a controles de nascidos vivos amostrados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A modelagem adotada neste trabalho baseia-se em um processo pontual espacial, na qual se define uma medida de risco que varia continuamente sobre a região de estudo e estimada por meio de métodos de modelos aditivos generalizados. Essa abordagem possui a vantagem de permitir a incorporação, no modelo, de efeitos de determinantes individuais e ecológicos de risco sob forma simples e de fácil interpretação. Também permite a construção de contornos de tolerância que auxiliam na identificação de áreas de alto/baixo risco e de um teste global da hipótese nula de risco constante relativa à região. A aplicação do método aos dados de mortalidade infantil mostrou variação espacial no risco altamente significativa para mortalidade neonatal e não significativa para mortalidade pós-neonatal.Estimation and mapping of risk profiles are the main concerns of epidemiology. This paper analyzes spatial distribution of infant mortality cases as compared to live-born controls from Porto Alegre, Rio Grande do Sul. The modeling framework adopted in this research work is a spatial point process. Under this structure, a risk measure which continuously varies over the study region is defined and estimated using generalized additive model methods. This approach has the advantage of allowing for risk factors that are simple and easy to interpret. The procedure also allows the construction of tolerance contours which help identify areas of significantly high/low risk and an overall test for the null hypothesis of constant risk over the region. Application of this method to infant mortality data showed a highly significant spatial

  11. Desigualdades socioeconómicas y mortalidad infantil en Bolivia Socioeconomic inequalities and infant mortality in Bolivia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Maydana

    2009-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analizar las desigualdades socioeconómicas y su relación con la mortalidad infantil en los municipios de Bolivia en 2001. MÉTODOS: Estudio ecológico a partir de los datos del Censo Nacional de Población y Vivienda de 2001 para los 327 municipios de los nueve departamentos de Bolivia. La variable dependiente fue la tasa de mortalidad infantil (TMI y las independientes fueron indicadores socioeconómicos indirectos (la proporción de analfabetos mayores de 15 años y las características constructivas y sanitarias de las viviendas. Se describió la distribución geográfica por indicador y se analizó la relación entre la TMI y los indicadores socioeconómicos mediante el coeficiente de correlación de Spearman y el ajuste de modelos de regresión de Poisson. RESULTADOS: La TMI estimada para Bolivia en 2001 fue de 67 por 1 000 nacidos vivos. Las tasas fluctuaron entre OBJECTIVES: To evaluate socioeconomic inequalities and its relation to infant mortality in Bolivia's municipalities in 2001. METHODS: An ecological study based on data from the 2001 National Census on Population and Housing (Censo Nacional de Población y Vivienda covering the 327 municipalities in Bolivia's nine departments. The dependent variable was the infant mortality rate (IMR; the independent variables were indirect socioeconomic indicators (the percentage of illiterates older than 15 years of age, and the building materials and sanitation features of the houses. The geographic distribution of each indicator was determined and the associations between IMR and each socioeconomic indicator were calculate using Spearman's rank correlation coefficient and adjusted with Poisson regression models. RESULTS: The resulting IMR for Bolivia in 2001 was 67 per 1 000 live births. Rates ranged from < 0.1 per 1 000 live births in the Magdalena municipality, Beni department, to 170.0 per 1 000 live births in the Caripuyo municipality, Potosí department. The mean rate of

  12. Mortalidade perinatal e infantil em Pelotas, Rio Grande do Sul: nossas estatísticas são confiáveis?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando C. Barros

    1985-09-01

    Full Text Available Uma coorte de 6.011 crianças vem sendo acompanhada desde o nascimento em Pelotas, RS. A última avaliação foi realizada quando as crianças tinham 20 meses, em média. Este acompanhamento foi feito através de um censo da cidade, quando todas as 68.600 residências foram visitadas, tendo sido localizadas 87,3% das crianças da coorte. Concomitantemente, todos os óbitos foram monitorizados através de visitas domiciliares, revisão periódica de atestados de óbito na Secretaria da Saúde e revisão de prontuários hospitalares. Com o uso dessa metodologia, foi possível detectar 42,1% de sub-registros de mortes perinatais, com 47,8% para óbitos fetais. Com relação à mortalidade infantil, a proporção de sub-registros foi de 24%.A cohort of 6,011 children is being followed up from birth in Pelotas, RS, Brazil. More than 87% of these children were seen when aged 12-27months (mean = 20 months, when all 68,600 urban households were visited. Deaths were monitored through home visits, the review of hospital casenotes and of death certificates at the Secretariat of Health, and these findings were compared with official statistics. Approximately 42% of perinatal deaths failed to be registered, the corresponding figures being 48% for fetal and 24% for infant deaths. On the other hand, less than 5% of all births failed to be registered. The implications of these findings for health policy-makers are discussed.

  13. O desenvolvimento corporal na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Pacheco da Silva Santos

    2011-12-01

    Full Text Available Este artigo é resultado de um estudo realizado em uma creche pública pertencente à rede municipal de educação de Sinop - MT. Objetivamos compreender o movimento corporal das crianças como parte do desenvolvimento integral das crianças. E também entender como os profissionais trabalham a especificidade do corpo infantil, dos movimentos das crianças durante a rotina da instituição de uma turma de crianças de dois a três anos de idade. Optamos em focalizar a pesquisa na área da Educação Infantil por entender que as crianças desta faixa etária apresentam características importantes no desenvolvimento corporal, visto que muitas vezes na educação infantil o movimento é considerado como ‘indisciplina’, fazendo com que a criança, na maioria das vezes permanece quietas e sentadas em suas cadeiras. Diante de tal propósito, buscamos uma metodologia que nos possibilitasse apreender o movimento corporal da criança e encontramos na pesquisa qualitativa, através da ‘observação participante’, trilhas que nos conduziram à construção de conhecimentos. Como pesquisadora, permanecemos na instituição investigada por quase três meses, em horários intercalados, utilizando o caderno de campo, no qual registramos as observações realizadas, bem como as entrevistas com as professoras da referida turma. Os principais referenciais utilizados para o estudo foram: Vygotsky, Piaget, Vitor Fonseca e Henri Wallon. De acordo com o observado em campo e leituras teóricas, ressaltamos com este estudo a importância do movimento para as crianças e sua contribuição no desenvolvimento infantil pleno.Palavras-chave: educação; educação infantil; maternal II; movimento; sociointeracionismo.

  14. Mortalidad infantil y preescolar en el estado de Baja California. Análisis de condicionantes biodemográficos relacionados con la historia reproductiva de la madre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Humberto González-Galbán

    2015-01-01

    Full Text Available La incidencia de la mortalidad cercana al nacimiento está asociada potencialmente a las características biológicas y demográficas de la madre durante su historia reproductiva. A fin de analizar los señalados aspectos, se presenta el actual artículo que tiene como objetivo general el valorar si algunos de los factores biodemográficos que aquí son considerados constituyen condicionantes para la ocurrencia de la mortalidad infantil y/o para el resto de los infantes menores de 5 años. Para llevar a cabo este trabajo se aplicó el método demográfico de la tabla de vida, con el cual se obtuvieron curvas de sobrevivencia, que tomaron como fuente de información la Encuesta Nacional sobre la Dinámica Demográfica del año 2009, México, lo que permitió sustentar empíricamente los resultados a los que se arribó, como son: el orden del nacimiento del hijo se observa como un diferencial para la mortalidad de los menores de 5 años; asimismo la edad de la madre constituye un importante condicionante para dicha problemática, que ejerce mayor influencia en los órdenes de nacimientos primero y segundo; en igual sentido la fecha del parto establece una diferencia significativa en la supervivencia de los hijos, lo que parece sugerir un cierto efecto cohorte; mientras que los embarazos previos al orden considerado de nacido vivo no han mostrado ser una variable diferenciadora en la supervivencia de los menores de 5 años. Finalmente se apreció que la condición migratoria se presenta como un diferencial de gran peso en la mortalidad infantil y preescolar, básicamente en los órdenes inferiores de nacimientos.

  15. La reducción de la mortalidad infantil en Argentina, Brasil y Uruguay. Entre intenciones, logros y desafíos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Marta Santillán Pizarro

    2011-01-01

    Full Text Available La importancia de la reducción de la mortalidad infantil es reconocida internacionalmente en distintos tratados de Derechos Humanos, entre ellos la Convención sobre los Derechos del Niño (CDN y se refuerza con metas cuantificables en los planes de acción de las conferencias basadas en los mismos, a los que Argentina, Brasil y Uruguay adhieren. A veinte años de ratificada la CDN, nos preguntamos en qué medida la reducción de la mortalidad infantil en estos países ha sido suficiente para alcanzar las metas establecidas. Nos interesa conocer cuáles son los logros alcanzados y los temas pendientes para dar cumplimiento a los compromisos asumidos ante la comunidad internacional. En base a información publicada por los institutos nacionales de estadística y por el Centro Latinoamericano y Caribeño de Demografía (CELADE - División de Población de la CEPAL, se concluye que Argentina, Brasil y Uruguay han realizado importantes logros en la reducción de la mortalidad infantil, de manera que habrían conseguido la meta de reducción en un tercio el nivel de la mortalidad infantil entre los años 1990 y 2000. Sin embargo, a pesar de haber continuado el descenso en años posteriores, el ritmo no sería suficiente para alcanzar las metas planteadas para el año 2010 ni para el año 2015. En cuanto a las metas relacionadas a la disminución de las brechas entre sectores sociales, la situación es más preocupante ya que las diferencias se mantienen en valores inaceptables. Por estos motivos, los países deberían redoblar los esfuerzos para dar cumplimiento a dichos compromisos.

  16. POBREZA Y MORTALIDAD INFANTIL EN EL NORTE GRANDE ARGENTINO. UN APORTE PARA LA FORMULACIÓN DE POLÍTICAS PÚBLICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo Bolsi

    2009-01-01

    Full Text Available Según investigaciones recientes el Norte Grande Argentino conforma el territorio más pobre del país. Se conjetura que esta condición no ha presentado cambios significativos en los últimos años. En este trabajo se busca interpretar el vínculo entre pobreza y mortalidad infantil, que se manifiesta en las denominadas «enfermedades de la pobreza». Se plantea como propósito contribuir a la formulación de políticas públicas que permitan la construcción de un territorio más equilibrado.

  17. La mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años en Cuba: período 2000-2010

    OpenAIRE

    Herrera León, Lorenzo I.

    2015-01-01

    La etapa fetal es vital para el desarrollo y bienestar del futuro ser humano, de ahí que el presente trabajo se haya propuesto como objetivo analizar la evolución de la mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años durante el decenio 2000-2010, en Cuba. Para el logro de este se realizaron estimaciones de los eventos vitales que acompañan al proceso del embarazo (abortos e interrupciones, embarazos, mortinatos y nacimiento). A raíz de dichas estimaciones y aplicando técnicas estadísticas de ...

  18. Mortalidad infantil en el Hospital Docente Ginecoobstétrico de Guanabacoa (1998-2010 Infant mortality in the Guanabacoa Gynecology-Obstetric Teaching Hospital (1998-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Asunción Álvarez Ponce

    2011-12-01

    Full Text Available Introducción: La mortalidad infantil constituye un importante indicador que se utiliza para medir el estado de salud de la población. Entre sus componentes, la defunción neonatal precoz representa un reto para el ginecoobstetra, ya que su disminución está fundamentalmente relacionada con el seguimiento obstétrico durante el embarazo y el periodo del parto. Objetivo: Determinar el comportamiento de la tasa de mortalidad infantil, en el Hospital Docente Ginecoobstétrico de Guanabacoa, en el periodo comprendido entre el 1 de enero de 1998 y el 31 de diciembre del 2010. Métodos: Se realizó un estudio descriptivo, transversal y retrospectivo de todas las defunciones infantiles que ocurrieron en la institución. El universo de estudio estuvo conformado por las 74 defunciones infantiles de un total de 23 533 nacidos vivos. La información fue obtenida a partir del Comité de Mortalidad y de los registros del Departamento de Estadística de la Institución. Resultados: Se encontró que la tasa de mortalidad infantil durante esos 13 años fue de 3,9 x 1000 nacidos vivos, con tendencia al decrecimiento a partir de 2004. Las principales causas de muerte fueron infecciones, asfixia y malformaciones. Aunque predominó también el componente neonatal precoz, de 2,7 x 1000 nacidos vivos, este mostró una disminución en el periodo estudiado. Asimismo, vale señalar que desde el año 2008 no ha habido muertes neonatales tardías. Conclusiones: La tasa de mortalidad infantil del decenio fue 3,9 x 1000 nacidos vivos, con tendencia a la disminución del componente neonatal precoz. La sepsis constituyó el principal problema para la institución.Introduction: Infant mortality is an important indicator used to measure the population health status. Among its components, the early neonatal death is a challenge for the gynecology-obstetric specialist since its decrease is mainly related to the obstetric follow-up over pregnancy and delivery period. Objective

  19. Efeito idade-periodo-coorte na mortalidade por cancer do colo uterino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Cardoso Meira

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar o efeito da idade, período e coorte de nascimento na mortalidade por câncer do colo do útero. MÉTODOS: Foram analisados dados de mortalidade por câncer do colo do útero em mulheres ≥ 30 anos nos municípios do Rio de Janeiro, RJ, e São Paulo, SP, de 1980 a 2009. Os dados foram extraídos do Sistema de Informação Sobre Mortalidade. A variação percentual anual estimada foi calculada para os períodos de 1980-1994 e 1995-2009. O efeito da idade, período e coorte de nascimento foi calculado pelo modelo de regressão de Poisson, utilizando funções estimáveis: desvios, curvaturas e drift , por meio da biblioteca Epi do programa estatístico R versão 2.7.2. RESULTADOS: A taxa de mortalidade média do período por 100.000 mulheres foi 15,90 no Rio de Janeiro e 15,87 em São Paulo. Houve redução significativa na mortalidade por câncer do colo do útero nos dois períodos: no Rio de Janeiro, -1,20% (IC95% -2,20;-0,09 e -1,46% (IC95% -2,30;-0,61, e em São Paulo, -2,58% (IC95% -3,41;-1,76 e -3,30% (IC95% -4,30;-2,29. A análise da curvatura dos efeitos indicou tendência de redução do risco de morte nas sucessivas coortes (RR < 1 nas mulheres nascidas após a década de 1960. Observou-se redução acentuada no risco relativo (RR a partir dos anos 2000. CONCLUSÕES: O estudo evidenciou efeito de período na redução das taxas de mortalidade por câncer do colo do útero no período analisado, tendo em vista que houve efeito de proteção (RR < 1 a partir dos anos 2000 e nas mulheres nascidas após a década de 1960.

  20. Haveria uma antropologia infantil na modernidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Souza Araujo

    2009-12-01

    Full Text Available Buscando situar uma conceituação de Modernidade, que se expressa paulatinamente a partir do século XIII, a criança e a infância são situadas como um fenômeno central na constituição da cultura ocidental a partir de então. O objeto deste trabalho é configurar alguns marcos filosóficos em torno da criança a partir do século XVI, representados pelas concepções de Martinho Lutero, Erasmo de Roterdão, Juan Luis Vives, Michel de Montaigne, John Locke, João Amós Comênio, Jean-Jacques Rousseau, Immanuel Kant, Johann Heinrich Pestalozzi, Friedrich W. A. Froebel, Johann Friedrich Herbart, William James, John Dewey e Antonio Gramsci. Evidentemente, tais pensadores revelam posições múltiplas, por vezes antagônicas, expressas através de antropologias assentadas no inatismo, no naturalismo, no deísmo, no empirismo, no cristianismo, no racionalismo, no idealismo, no materialismo histórico, entre outras. Entretanto, a criança é sempre situada em tais posicionamentos como um projeto inerente à cultura, constituindo-se a educação e a pedagogia como instrumentos para a sua formação.

  1. Mortalidad por cáncer infantil en Colombia durante 1985 a 2008 Child mortality from cancer in Colombia, 1985-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marion Piñeros

    2011-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar la magnitud de la mortalidad por cáncer infantil en Colombia y evaluar las tendencias en su evolución entre 1985 y 2008. MÉTODOS: Se analizó durante dicho período la mortalidad en la población colombiana de 0 a 14 años provocada por cáncer en todas las localizaciones -leucemias, tumores malignos del sistema nervioso central (SNC, linfomas no Hodgkin, linfomas Hodgkin, tumores óseos y tumores renales. Se calculó el cambio promedio en las variaciones de las tendencias de mortalidad por cáncer en dicho grupo etario. RESULTADOS: Las muertes por cáncer constituyeron el 3,5% de la mortalidad en menores de 15 años. Entre los períodos 1985-1989 y 2005-2008 las tasas de mortalidad por cáncer mostraron un descenso en ambos sexos, pasando de 54,4 muertes por millón a 44,8 muertes por millón en niños y de 40,9 muertes por millón a 37,9 muertes por millón en niñas. La mortalidad por leucemias y linfomas registró un descenso estadísticamente significativo, mientras que la mortalidad por cánceres del SNC, contrariamente, aumentó también de manera significativa. CONCLUSIONES: Pese a leves tendencias a la baja en la mortalidad por leucemias y linfomas no Hodgkin, las tasas de mortalidad por cáncer infantil en Colombia permanecen altas y requieren esfuerzos importantes en los tratamientos para obtener mayores logros.OBJECTIVE: Determine the magnitude of child mortality from cancer in Colombia and evaluate the trends in its evolution from 1985 to 2008. METHODS: Mortality in the Colombian population aged 0-14 years from cancer in any site (e.g., leukemia, malignant tumors of the central nervous system (CNS, nonHodgkin's lymphoma, Hodgkin's lymphoma, bone tumors, kidney tumors during this period was analyzed. The mean change in the variations of cancer mortality trends in this age group was calculated. RESULTS: Deaths from cancer accounted for 3.5% of mortality in children under 15 years of age. During the periods 1985

  2. La expresión de las desigualdades sociales en la mortalidad infantil. Información epidemiológica en regiones seleccionadas de la provincia de Santa Fe (Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana C. Augsburge

    2013-08-01

    Full Text Available El presente artículo plasma los hallazgos más importantes de una serie de tres estudios epidemiológicos destinados a elaborar el perfil de la mortalidad infantil en función de las condiciones de vida en regiones seleccionadas de Argentina, con el propósito de identificar las desigualdades sociales entre distintos grupos de población. Metodología: se realizaron tres estudios epidemiológicos con diseño ecológico que utilizan datos censales y estadísticas vitales como fuentes secundarias. Resultados: los hallazgos confirmaron un fuerte gradiente desfavorable en la mortalidad infantil para quienes se hallan en desventajas sociales. La gravedad de las disparidades observadas en la mortalidad infantil se hace más aguda cuando se aborda la mortalidad posneonatal. La alta proporción de muertes consideradas reducibles va acompañada asimismo por una profunda asimetría entre los grupos. Discusión: la elección de la mortalidad infantil como problema desde la perspectiva de las desigualdades no es ni original ni la confirmación de un gradiente inverso entre las condiciones de vida y los valores de la tasa de mortalidad infantil. Sin embargo, se destaca la necesidad de dar visibilidad y de cuantificar las desigualdades e inequidades entre grupos en espacios sociales concretos de planificación e intervención sanitaria This paper shows the most important results of three epidemiological studies whose aim was to construct a profile for infant mortality based on the living conditions of some selected areas in Argentina; their goal being the identification of the social inequalities between different populations. Methodology: three ecological epidemiological studies were conducted using census data and vital statistics as secondary sources. Results: the findings confirmed a strong gradient in

  3. Infant mortality and prenatal care: contributions of the clinic in the light of Canguilhem and Foucault Mortalidad infantil y prenatal: contribuciones de la clínica bajo la perspectiva de Canguilhem y Foucault Mortalidade infantil e pré-natal: contribuições da clínica à luz de Canguilhem e Foucault

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Pereira de Figueiredo

    2012-02-01

    Full Text Available This review study aimed to verify how studies conducted in Brazil have related infant mortality to prenatal care and to present contributions of the clinic in the light of Canguilhem and Foucault for qualification of the care. An integrative literature review was conducted from searches in the databases SciELO, LILACS, MEDLINE and BDENF for the period 2000 to 2009. The relationship between infant mortality and prenatal care is related to the insufficient number of consultations or to the quality of the care provided. Even when the number of and routine consultations in the prenatal care were adequate, avoidable deaths were present. For the qualification of prenatal care, it is suggested that the clinical knowledge and other elements that comprise the process of human living are considered, in order that the clinical view is enlarged and articulated to the technologies available in the health system and, together, they are able to contribute to the reduction of infant mortality in Brazil.Este estudio de revisión tuvo por objetivo verificar cómo investigaciones realizadas en Brasil relacionan la mortalidad infantil y el prenatal, y presentar contribuciones de la clínica bajo el marco teórico de Canguilhem y Foucault para la calificación de la asistencia. Se realizó una revisión integradora de la literatura a partir de búsquedas en las bases de datos SciELO, LILACS, MEDLINE y BDENF, en el período de 2000 a 2009. La relación entre la mortalidad infantil y el prenatal se refiere al número insuficiente de consultas o a la calidad de la atención prestada. Mismo cuando el número y la rutina de consultas en el prenatal fueron adecuadas, las muertes evitables estuvieron presentes. Para la calificación de la asistencia ofrecida, se sugiere que sean considerados el conocimiento clínico y los demás elementos componentes del proceso del vivir humano, con la intención de que la perspectiva clínica sea ampliada y articulada a las tecnolog

  4. Neighborhood socio-environmental vulnerability and infant mortality in Hermosillo, Sonora Vulnerabilidad socioambiental y mortalidad infantil en barrios de Hermosillo, Sonora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Lara-Valencia

    2012-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This paper explores the impact of contextual variables at the neighborhood level on a health marker in the city of Hermosillo, Mexico and discusses the importance of collaboration between planners and health professional to minimize the negative effect of contextual factors on urban health. MATERIALS AND METHODS: Few studies in Mexico have assessed health outcomes at the intra-urban scale and their interaction with neighborhood-level contextual variables. Using spatial analysis and geographical information systems, the paper explores the association between infant mortality and an index of socio-environmental vulnerability used to measure urban contextual factors. RESULTS: Two high infant mortality clusters were detected within neighborhoods characterized by relatively good environmental conditions and one in a neighborhood with a poor environment. CONCLUSIONS: Our results show the clustering of high infant mortality areas and some association with built environment factors in Hermosillo. The results support the need to reconnect public health and urban planning as a way to create healthier environments in Mexican cities.OBJETIVO: Este artículo explora el papel de factores contextuales a nivel de colonia sobre un marcador de salud en la ciudad de Hermosillo, México y discute la importancia de la colaboración entre planificadores urbanos y profesionales de la salud para minimizar el impacto negativo de factores contextuales sobre la salud de la población urbana. MATERIAL Y MÉTODOS: Pocos estudios en México han evaluado las condiciones de salud a escala intra-urbana y su interacción con variables contextuales a nivel de colonia. Utilizando análisis espacial y sistemas de información geográfica, el artículo explora la relación entre mortalidad infantil y un índice de vulnerabilidad socio-ambiental construido para medir factores contextuales urbanos. RESULTADOS: Dos conglomerados de alta mortalidad infantil fueron detectados

  5. Estimativa dos coeficientes específicos de mortalidade infantil segundo peso ao nascer no município de São Paulo (Brasil An estimate of the specific infant mortality rates by birth-weight in the city of S. Paulo (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    1981-12-01

    Full Text Available Foi estimada a distribuição do peso ao nascer da coorte dos recém-nascidos que deu origem aos óbitos infantis estudados pela Investigação Interamericana de Mortalidade na Infância no projeto de São Paulo (1968-70 e determinados os riscos de óbito associados a cada intervalo de peso de nascimento. Assim, foram apurados coeficientes de mortalidade infantil de 305,5, 50,2 e 34,4 para recém-nascidos de baixo peso, peso deficiente e peso superior a 3.000 g. A comparação destes coeficientes com os registrados na área americana incluída na investigação citada (Califórnia, revelou excesso de mortalidade, particularmente notável não para os recém-nascidos de baixo peso, mas para os recém-nascidos de peso superior a 3.000 g. O ajuste da mortalidade de São Paulo (Brasil à distribuição do peso ao nascer observada na Califórnia foi capaz de explicar 15% do excesso da mortalidade infantil e 21% do excesso da mortalidade neonatal de São Paulo.By means of the birth-rate distribution found to exist during the Inter-American Investigation of Mortality in Childhood in S. Paulo (1968-70 the infant death rate association with each birth-weight interval was estimated. The infant mortality rates were 305.5, 50.2 and 34.4 respectively for low birth-weight, deficient weight and weight above 3,000 grams. Compared with the rates found in California, USA, by the same Investigation, the infant mortality rates in S. Paulo are higher, particularly for mortality associated with birth-weight of above 3,000 grams. The adjustment of infant mortality rates in S. Paulo according to the birth-weight distribution found in California led to the conclusion that, at that period, only 15% of the excess of the infant mortality of S. Paulo could be attributed exclusively to birth-weight. In the case of neonatal mortality, 21% of the mortality excess in S. Paulo could be attributed to birth-weight.

  6. Relación entre condiciones habitacionales y mortalidad infantil en la provincia del Chaco (argentina. Determinación de diferentes escenarios posibles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Elizabeth Ponce

    2012-01-01

    Full Text Available Las condiciones de la vivienda han sido reconocidas como una de las principales determinantes sociales de la salud humana. Las deficiencias en la vivienda y el saneamiento constituyen un determinante reiterado del exceso de mortalidad y una característica sistemáticamente vinculada a los niveles de pobreza, el rezago socioeconómico y la inequidad territorial en América Latina y el Caribe. El presente trabajo tiene como objetivo obtener una clasificación de las áreas programáticas de la provincia del Chaco en función de sus características habitacionales y niveles de mortalidad infantil; mediante el análisis de componentes principales y el análisis de cluster. La provincia del Chaco, se sitúa en el nordeste de la República Argentina e integra la región del Norte Grande Argentino. Geopolíticamente pertenece a un área periférica, con una débil y estacionaria economía, ubicándose entre las provincias más deficitarias.

  7. Comitês de prevenção da mortalidade infantil no Paraná, Brasil: implantação e operacionalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mansano Nereu Henrique

    2004-01-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo relatar a experiência de implantação e funcionamento dos Comitês de Prevenção da Mortalidade Infantil no Estado do Paraná, Brasil, apresentando as estratégias de operacionalização, composição e fluxo dos três níveis: estadual, regional e municipal. Para a efetiva implantação dessa proposta, foi necessário preparar profissionais para investigar o óbito infantil e, portanto, foram realizados treinamentos de Multiplicadores para Investigação dos Óbitos Infantis. Em dois anos, os comitês analisaram 50% dos óbitos do Estado. Pretende-se ampliar gradativamente o número de óbitos analisados, bem como dar continuidade ao acompanhamento e à reestruturação dos comitês, visando a obter melhor desempenho, mais agilidade e melhor qualidade dos dados.

  8. La mortalidad infantil en Santa Fe, Argentina (2007-2011. Un aporte al monitoreo de los derechos de los niños

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cecilia Augsburger

    2015-07-01

    Full Text Available La mortalidad infantil en Santa Fe tuvo un comportamiento similar al de Argentina, acompañando el descenso que se presentó para el país, aunque siempre con valores inferiores al indicador nacional. Pese a ello, mereció particular preocupación la elevada proporción de defunciones cuyas causas se consideran reducibles con valores históricos superiores al 50%. El establecimiento de las metas internacionales conocidas como Objetivos de Desarrollo del Milenio, que bregó por la protección de los derechos de la niñez, contó con la ratificación nacional al tiempo que la provincia se comprometió con estos fijándolos como política socio-sanitaria estratégica. El estudio construyó el perfil de la mortalidad infantil de la provincia de Santa Fe durante el quinquenio 2007-2011. Se realizó un estudio epidemiológico descriptivo y transversal. La población incluyó las defunciones en menores de un año del período estudiado. Se analizó su distribución según la edad al morir, peso al nacer y lugar de ocurrencia, causas de muerte y criterios de reducibilidad. Ocurrieron 2.904 muertes de niños, obteniendo una tasa del 10,9‰, que mantuvo el comportamiento descendente previo. Las muertes neonatales duplicaron la mortalidad posneonatal y se concentraron en la primera semana de vida. Las causas más frecuentes estuvieron asociadas a los problemas perinatales. El mayor riesgo de morir fue para los niños de menos de 1.000 gramos o inmadurez extrema. El 60% de los eventos podría haberse evitado. La persistencia de muertes consideradas reducibles debería estimular para incentivar estrategias de intervenciones sociales y sanitarias más equitativas y de protección de la infancia.

  9. La mortalidad infantil en Santa Fe, Argentina (2007-2011. Un aporte al monitoreo de los derechos de los niños

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cecilia Augsburger

    2015-01-01

    Full Text Available La mortalidad infantil en Santa Fe tuvo un comportamiento similar al de Argentina, acompañando el descenso que se presentó para el país, aunque siempre con valores inferiores al indicador nacional. Pese a ello, mereció particular preocupación la elevada proporción de defunciones cuyas causas se consideran reducibles con valores históricos superiores al 50%. El establecimiento de las metas internacionales conocidas como Objetivos de Desarrollo del Milenio, que bregó por la protección de los derechos de la niñez, contó con la ratificación nacional al tiempo que la provincia se comprometió con estos fijándolos como política socio-sanitaria estratégica. El estudio construyó el perfil de la mortalidad infantil de la provincia de Santa Fe durante el quinquenio 2007-2011. Se realizó un estudio epidemiológico descriptivo y transversal. La población incluyó las defunciones en menores de un año del período estudiado. Se analizó su distribución según la edad al morir, peso al nacer y lugar de ocurrencia, causas de muerte y criterios de reducibilidad. Ocurrieron 2.904 muertes de niños, obteniendo una tasa del 10,9‰, que mantuvo el comportamiento descendente previo. Las muertes neonatales duplicaron la mortalidad posneonatal y se concentraron en la primera semana de vida. Las causas más frecuentes estuvieron asociadas a los problemas perinatales. El mayor riesgo de morir fue para los niños de menos de 1.000 gramos o inmadurez extrema. El 60% de los eventos podría haberse evitado. La persistencia de muertes consideradas reducibles debería estimular para incentivar estrategias de intervenciones sociales y sanitarias más equitativas y de protección de la infancia.

  10. Mortalidade infantil e acesso geográfico ao parto nos municípios brasileiros Mortalidad infantil y acceso geográfico al parto en los municipios brasileños Infant mortality and geographic access to childbirth in Brazilian municipalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanessa da Silva de Almeida

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o acesso geográfico ao parto hospitalar nos municípios brasileiros. MÉTODOS: Foram analisadas informações de óbitos e nascimentos quanto à sua adequação para o cálculo do coeficiente de mortalidade infantil no período de 2005 a 2007 para os 5.564 municípios brasileiros. O acesso geográfico foi expresso por indicadores de deslocamento, oferta e acesso aos serviços de saúde. A associação entre o acesso geográfico ao parto e o coeficiente de mortalidade infantil em municípios com adequação de suas informações vitais foi avaliada por meio de regressão múltipla. RESULTADOS: Dentre os municípios analisados, 56% apresentaram adequação das informações vitais, correspondendo a 72% da população brasileira. O deslocamento geográfico ao parto mostrou-se inversamente associado ao porte populacional, à renda per capita, e à mortalidade infantil, mesmo controlado por fatores demográficos e socioeconômicos. CONCLUSÕES: Embora tenham sido desenvolvidas estratégias importantes para a melhoria da qualidade do atendimento às gestantes no Brasil, as ações para garantir o acesso igualitário à assistência ao parto ainda são insuficientes. O maior deslocamento intermunicipal para o parto se mostrou como um fator de risco para a mortalidade infantil, aliado à desigualdade de oferta de serviços qualificados e à falta de integração com a atenção básica de saúde.OBJETIVO: Analizar el acceso geográfico al parto hospitalario en los municipios brasileños. MÉTODOS: Se analizaron informaciones de óbitos y nacimientos con relación a su adecuación para el cálculo del coeficiente de mortalidad infantil en el período de 2005 a 2007 para los 5.564 municipios brasileños. El acceso geográfico fue expresado por indicadores de desplazamiento y oferta y acceso a los servicios de salud. Se evaluó la asociación entre el acceso geográfico al parto y el coeficiente de mortalidad infantil en municipios con

  11. Desarrollo social y mortalidad infantil, 1977-1986, Cuba: un análisis regional Desenvolvimento social e mortalidade infantil, 1977-1986, Cuba: análise regional Social development and infant mortality, 1977-1986, Cuba: a regional analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Gonzalez Perez

    1990-06-01

    Full Text Available En Cuba, la tasa de mortalidad infantil (TMI se redujo entre 1970 y 1986 en un 65%. La TMI alcanzada en 1986 -13,6%o - ubica al país a la vanguardia de Latinoamérica en cuanto a salud materno-infantil. Sin embargo, subsisten diferencias interprovinciales en la mortalidad durante el primer año de vida. Mediante el empleo de técnicas de regresión múltiples, se intenta identificar los factores sociodemográficos o relacionados con los servicios de salud que más han incidido en el descenso de la TMI en Cuba y provincias en el decenio estudiado, así como las variables que mejor explican las diferencias interprovinciales en cada año. Son factores sociodemográficos los que mayoritariamente explican la evolución de la TMI; por otra parte, si bien la proporción de nacidos vivos con bajo peso y la tasa bruta de natalidad explican en primera instancia las diferencias interprovinciales en el nivel de la mortalidad infantil en cada año, un análisis más cuidadoso permite establecer que son variables eminentemente socieconómicas las que están detrás de tales diferencias.Em Cuba, entre os anos de 1970 a 1986 a taxa de mortalidade infantil (TMI reduziu em 65%. A TMI obtida em 1986 -13,6%o - foi a mais baixa no contexto lationamericano, embora a nível regional o comportamento da taxa não tem sido homogêneo. Com o emprego da técnica de regressão múltipla, pretendeu-se identificar aqueles fatores socio-demográficos e dos serviços de saúde que mais têm incidido no declínio da mortalidade infantil em Cuba, no período acima descrito, bem como as variáveis que melhor explicam as diferenças inter-regionais do referido indicador. Os fatores socio-demográficos explicam a evolução da TMI em Cuba. Embora a queda da natalidade e a redução da proporção de recém-nascidos com baixo peso ao nascer expliquem - em princípios - as diferenças inter-regionais quanto a TMI, outros fatores socio-econômicos podem explicar tais diferen

  12. Linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose aguda infantil (relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanil Pires de Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Observou-se a evolução de um linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose (PCM aguda infantil. Doente, masculino, 6 anos, branco, natural de Curitiba (PR, procedente de Guaratinguetá (SP, que há 3 meses desenvolveu quadro gripal, febre diária, bimodal, prolongada, precedida de calafrio, acompanhada de sudorese inodora, cefaléia frontal e anorexia. Diagnosticado e tratado como pneumonia por cinco dias, sem melhora do quadro. Há 2 meses, apresentou dor óssea nos braços e articulações do pé, com edema inflamatório e emagrecimento de 6 kg em 3 meses. Exame físico revelou: peso 20 kg; estatura 120 cm; P. A. 90/60 mmHg; facies atípica, hipoativo, palidez cutâneo-mucosa (+ +, hipotrofia muscular, adenopatiageneralizada, sopro sistólico suave em foco aórtico acessório e hepatesplenomegalia. Imunodifusão com exoantígeno glicoprotéico 43 kdpositiva (1/32. A biópsia de gânglio revelou Paracoccidioides brasiliensis. A radiologia demonstrou na primeira consulta, discreto infiltrado intersticial bilateral com linfoadenomegaliapara-hilar que desaparecu em 30 dias. Observou- se, ainda, massa tumoral mediastínica superior, hiperplasia do sistema fagocítico mononuclear e lesões osteolíticas nos 60 dias iniciais da evolução.

  13. Valor preditivo da frequência cardíaca em repouso do teste ergométrico na mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Eilert Fagundes

    2010-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A frequência cardíaca em repouso (cuja média está entre 60 e 80 bpm é uma das mais simples variáveis cardiovasculares e tem sido considerada como um preditor de mortalidade cardiovascular e geral. OBJETIVO: Avaliar o valor preditivo da frequência cardíaca em repouso (FCR, antes do teste ergométrico (TE, na mortalidade cardiovascular (CV e geral. MÉTODOS: Estudo de caso-controle, que utilizou informações contidas nos bancos de dados do laboratório de ergometria de um hospital especializado em cardiologia e os registros de óbitos da Secretaria da Saúde em uma cidade do sul do Brasil, de janeiro de 1995 a junho de 2007. Foram analisados 7.055 pacientes, sendo 1.645 (23,3% do grupo caso (óbitos e 5.410 (76,7% do grupo controle (vivos. Foi calculado o ponto de corte da FCR para mortalidade, através da curva ROC e realizada a análise multivariada para as variáveis selecionadas. Os desfechos foram mortalidade CV e geral. RESULTADOS: A incidência de mortalidade CV foi de 674 casos (9,5%; a FCR > 78 bpm foi o ponto de corte. Após ajustado para as variáveis selecionadas, o odds ratio (OR para FCR > 78 bpm foi de 3,5 (IC 95% = 2,9 - 4,2 para mortalidade CV e 3,6 (IC 95% = 3,2 - 4,0 para mortalidade geral. CONCLUSÃO: A FCR > 78 bpm é um preditor independente de mortalidade cardiovascular e geral.

  14. Linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose aguda infantil (relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanil Pires de Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Observou-se a evolução de um linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose (PCM aguda infantil. Doente, masculino, 6 anos, branco, natural de Curitiba (PR, procedente de Guaratinguetá (SP, que há 3 meses desenvolveu quadro gripal, febre diária, bimodal, prolongada, precedida de calafrio, acompanhada de sudorese inodora, cefaléia frontal e anorexia. Diagnosticado e tratado como pneumonia por cinco dias, sem melhora do quadro. Há 2 meses, apresentou dor óssea nos braços e articulações do pé, com edema inflamatório e emagrecimento de 6 kg em 3 meses. Exame físico revelou: peso 20 kg; estatura 120 cm; P. A. 90/60 mmHg; facies atípica, hipoativo, palidez cutâneo-mucosa (+ +, hipotrofia muscular, adenopatiageneralizada, sopro sistólico suave em foco aórtico acessório e hepatesplenomegalia. Imunodifusão com exoantígeno glicoprotéico 43 kdpositiva (1/32. A biópsia de gânglio revelou Paracoccidioides brasiliensis. A radiologia demonstrou na primeira consulta, discreto infiltrado intersticial bilateral com linfoadenomegaliapara-hilar que desaparecu em 30 dias. Observou- se, ainda, massa tumoral mediastínica superior, hiperplasia do sistema fagocítico mononuclear e lesões osteolíticas nos 60 dias iniciais da evolução.The primary complex like Ghon was observed in a child's clinical roentgenographic study. C.S., white, male, 6 years old, was born in Curitiba (PR, Brazil and living in Guaratingueta (SP, Brazil, developed "common cold", bimodal diary fever, chills, shake and sweats. Dyspnea, cough with general fymphadenopathy. Foot and right shoulder artralgies. Six months ago visited a cave, equitation practice, dog and cat contacts and notransfusion, frontal sweats, fever (38.4°C. T.A. was 8/6, tachicardia in generalizated fymphadenopathy. Cardiopulmonary system was normal, mesogastric tumoral mass, hepatesplenomegaly and no ascitis. Bone marrow with eosinophilia; nodule demonstred presence of P. brasiliensis; hypoalbuminemia

  15. Aspectos da mortalidade infantil, conforme informações da investigação do óbito Aspectos de la mort alidad infantil, conforme informaciones de la investigación del óbito Aspects of infant mortality, according to an investigation of death

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Porte Santana

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar algumas características da mortalidade infantil de residentes na área da 15º Regional de Saúde do Paraná, de 2005 a 2008. MÉTODOS: Estudo descritivo exploratório que abrangem 397 óbitos investigados pelo Comitê de Prevenção da Mortalidade Infantil, utilizando os dados das fichas de investigação. RESULTADOS: Para 82,3% das famílias, a renda mensal foi de até três salários mínimos; 65,1% das mães realizaram o pré-natal em rede pública; 83,4% dos partos foram financiados pelo Sistema Único de Saúde e 59,2% das mulheres iniciaram o pré-natal no primeiro trimestre. Das mães, 68,5% tiveram complicações durante a gestação, 18,2% tiveram trabalho de parto prematuro; 18,2% infecção urinária e 16,5% hipertensão arterial. CONCLUSÃO: A baixa renda, a utilização do serviço público para o pré-natal e parto evidenciam que as instituições públicas, as equipes de saúde e o enfermeiro devem aprimorar o atendimento à gestante, com atribuição do risco gestacional, para contribuir com a continuidade da redução da mortalidade infantil.OBJETIVO: Analizar algunas características de la mortalidad infantil de residentes en el área de la 15º Región de Salud de Paraná, del 2005 al 2008. MÉTODOS: Estudio descriptivo exploratorio que abarcan 397 óbitos investigados por el Comité de Prevención de la Mortalidad Infantil, utilizando los datos de las fichas de investigación. RESULTADOS: Para el 82,3% de las familias, el ingreso mensual fue de hasta tres salarios mínimos; el 65,1% de las madres realizaron el prenatal en una red pública; el 83,4% de los partos fueron financiados por el Sistema Único de Salud y el 59,2% de las mujeres iniciaron el prenatal en el primer trimestre. De las madres, el 68,5% tuvieron complicaciones durante la gestación, el 18,2% tuvieron trabajo de parto prematuro; el 18,2% infección urinaria y el 16,5% hipertensión arterial. CONCLUSIÓN: El bajo ingreso, la utilizaci

  16. Asociación de los tipos de carencia y grado de desarrollo humano con la mortalidad infantil en México, 2008 Association between types of need, human development index, and infant mortality in Mexico, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Sinoe Medina-Gómez

    2011-08-01

    Full Text Available El objetivo del artículo fue conocer la asociación entre los diferentes tipos de carencia social y económica y los niveles de mortalidad infantil reportados durante el 2008 en México. Se realizó un estudio ecológico, analizando la correlación y el riesgo relativo entre el índice de desarrollo humano y distintos niveles de carencias sociales y económicas con las tasas de mortalidad infantil reportadas a nivel nacional y estatal. Existe una fuerte correlación entre un mayor nivel de desarrollo humano con una menor tasa de mortalidad. La carencia educativa y el atraso en la calidad y espacio de la vivienda se asocian con una mayor tasa de mortalidad infantil. Si bien la mortalidad infantil en México ha disminuido notablemente en los últimos 28 años, su reducción no ha sido homogénea y se mantienen inequidades que determinan las tasas de mortalidad en relación a los niveles diferenciados de pobreza. Es necesario el diseño de programas con una visión transdisciplinaria que permitan disminuir las tasas de mortalidad con el pleno desarrollo de los individuos y sus familiasThe aim of this study was to assess the association between different types of economic and social deprivation and infant mortality rates reported in 2008 in Mexico. We conducted an ecological study analyzing the correlation and relative risk between the human development index and levels of social and economic differences in State and national infant mortality rates. There was a strong correlation between higher human development and lower infant mortality. Low schooling and poor housing and crowding were associated with higher infant mortality. Although infant mortality has declined dramatically in Mexico over the last 28 years, the decrease has not been homogeneous, and there are persistent inequalities that determine mortality rates in relation to different poverty levels. Programs with a multidisciplinary approach are needed to decrease infant mortality rates

  17. Tendência das taxas de mortalidade infantil e de seus componentes em Guarulhos-SP, no período de 1996 a 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Hideki Bando

    Full Text Available OBJETIVO: analisar as tendências das taxas de mortalidade infantil (TMI e seus componentes em Guarulhos-SP, no período 1996-2011. MÉTODOS: regressão linear segmentada, para estimar as variações percentuais anuais (VPA. RESULTADOS: em 1996, a TMI e de seus componentes neonatal precoce, neonatal tardio e pós-neonatal foram, respectivamente, de 31,6, 16,7, 3,4 e 11,6 por 1000 nascidos vivos; em 2011, essas taxas foram de 12,6, 5,9, 1,6 e 5,1 respectivamente; houve diminuição significativa das TMI em todo o período; de 1996 a 2002, a VPA foi de -9,9, e de 2002 a 2011, foi de -3,7; o componente neonatal apresentou igual padrão; o componente neonatal precoce apresentou diminuição de 1996 a 2002 (VPA: -12,8, permanecendo estável até 2011; verificou-se diminuição do componente neonatal tardio de 1996 a 2009 (VPA: -2,8; o componente pós-neonatal apresentou redução em todo o período (VPA: -5,7. CONCLUSÃO: observou-se tendência de diminuição das TMI e de seus componentes.

  18. Fatores de risco para mortalidade infantil em municípios do Estado do Paraná, de 1997 a 2008 Factores de riesgo para mortalidad infantil en municipios de la Provincia de Paraná (Brasil, de 1997 a 2008 Risk factors for child mortality in towns of Paraná State (South Brazil, from 1997 to 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Augusta Mombelli

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e analisar os fatores de risco para a mortalidade infantil nos municípios que compõem a 9ª Regional de Saúde do Estado do Paraná, entre os anos de 1997 a 2008. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, com dados secundários a partir do Sistema de Informações de Nascidos Vivos (SINASC e do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM. Foi considerado variável dependente o óbito antes do primeiro ano de vida e variáveis independentes: sexo, peso ao nascer, duração da gestação, local de ocorrência do óbito, tipo de gravidez, tipo de parto, idade materna e escolaridade da mãe. Os fatores de risco associados ao óbito foram avaliados por meio da análise univariada. RESULTADOS: Entre os anos de 1997 e 2008, foram registrados 92.716 nascimentos pelo SINASC e 1.535 óbitos em crianças menores de um ano pelo SIM. Foram fatores de risco para a mortalidade nascidos vivos do sexo masculino (OR 1,09; IC95% 1,04-1,15, com baixo peso (OR 4,37; IC95% 4,14-4,62, prematuros (OR 4,83; IC95% 4,18-5,58, nascidos vivos de parto vaginal (OR 1,11; IC95% 1,05-1,17, mães adolescentes (OR 1,11; IC95% 1,02-1,22 e com baixa escolaridade (OR 1,97; IC95% 1,84-2,10. CONCLUSÕES: Os dados mostram diminuição da mortalidade infantil e de informações consideradas ignoradas nos bancos de dados e identificam os fatores de risco sugerindo atenção dos profissionais da saúde para o grupo de maior vulnerabilidade desde a assistência no pré-natal.OBJETIVO: Identificar y analizar los factores de riesgo para la mortalidad infantil en los municipios que componen la 9ª Regional de Salud de la provincia de Paraná (Brasil, entre los años de 1997 a 2008. MÉTODOS: Estudio retrospectivo, con datos secundarios a partir del Sistema de Informaciones de Nacidos Vivos (SINASC y del Sistema de Informaciones sobre Mortalidad (SIM. Se consideró variable dependiente el óbito antes del primer año de vida y variables independientes el sexo, el peso al nacer

  19. Mortalidade infantil e condições sociodemográficas no Ceará, em 1991 e 2000 Infant mortality and sociodemographic conditions in Ceará, Brazil, 1991 and 2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gomes Bezerra Filho

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os modelos explicativos ecológicos para a taxa de mortalidade infantil no Ceará, em dois períodos distintos. MÉTODOS: Estudo ecológico transversal de dois anos censitários, 1991 e 2000, a partir de informações desagregadas por municípios do Ceará. Foram utilizadas as estimativas da taxa de mortalidade infantil do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas. Para os demais indicadores foram utilizadas diferentes fontes do Sistema de Informação de Saúde. Os principais fatores de risco foram encontrados empregando-se regressão linear múltipla. RESULTADOS: Para 1991, as variáveis preditoras da mortalidade infantil (R2=0,3575 nos municípios foram: proporção de residências pequenas (beta=0,0043; ro=0,010, de pessoas que vivem em domicílios com água encanada (beta=-0,0029; ro=0,024, de crianças de dez a 14 anos que trabalham (beta=0,0049; ro=0,017, de alfabetizados (beta=-0,0062; ro=0,031, taxa de urbanização (beta=0,0032; ro=0,004, taxa de fecundidade total (beta=0,0351; ro=0,024, chefes de família com renda mensal menor que meio salário mínimo (beta=0,0056; ro=0,000. Em 2000, os possíveis determinantes (R2=0,3236 foram: proporção de crianças menores de dois anos desnutridas (beta=0,0064; ro=0,024, de imóveis com esgotamento sanitário adequado (beta=-0,0024; ro=0,010, de despesa com recursos humanos da saúde em relação à despesa total em saúde (beta=-0,0024; ro=0,027, de valor da produção vegetal em relação ao total do estado (beta=-0,1090; ro=0,001, de mulheres alfabetizadas (beta=-0,0068; ro=0,044, intensidade da pobreza (beta=0,0065; ro=0,002 e índice de envelhecimento (beta=-0,0100; ro=0,006. CONCLUSÕES: Embora as variáveis não tenham sido exatamente as mesmas para os anos, percebeu-se tendência de mudança dos determinantes da mortalidade infantil, excetuando-se os indicadores de educação, renda e saneamento. A queda generalizada da fecundidade resultou na perda de seu poder

  20. Mortalidade infantil no Rio de Janeiro, Brasil: áreas de risco e trajetória dos pacientes até os serviços de saúde Infant mortality in Rio de Janeiro, Brazil: areas with higher risk, and where patients travel for health services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana P. Campos

    2000-09-01

    Full Text Available A taxa de mortalidade infantil é considerada síntese da qualidade de vida e do nível de desenvolvimento de uma população. Entretanto, essa taxa é muito sensível a ações simples, como terapia de reidratação oral, vacinação e reversão do desmame precoce, cuja cobertura tem sido ampliada. Assim, a taxa de mortalidade infantil pode não estar mais refletindo o modelo de desenvolvimento. Buscando um aprofundamento da discussão sobre a mortalidade infantil, o presente estudo analisou os 153 bairros do Município do Rio de Janeiro (RJ, Brasil. Nosso objetivo foi localizar áreas de risco e grupos prioritários de intervenção que visam diminuir a mortalidade infantil no município, abordando separadamente a mortalidade neonatal e pós-neonatal segundo os bairros. Além disso, foram identificados os fluxos entre o local de residência da criança e o local de óbito, relacionando-os à classificação socioeconômica dos bairros. A baixa freqüência de nascimentos em alguns bairros impediu a caracterização de áreas com risco de mortalidade estatisticamente significativo em relação à media do município. Cerca de um terço das mortes foram consideradas redutíveis mediante práticas adequadas de diagnóstico e tratamento. Somente 15% das causas de morte foram consideradas inevitáveis. Os componentes da mortalidade infantil apresentaram distribuição espacial dispersa, sem uma relação direta com o perfil socioeconômico; a mudança no perfil da mortalidade infantil e a possibilidade de intervenção parece deslocar-se cada vez mais para a esfera dos serviços de saúde, especialmente os médico-assistenciais. O fluxo das crianças entre o local de residência e o local de óbito mostra o deslocamento originado nas áreas mais pobres em direção às mais ricas, que concentram a maior parte das unidades de saúde. Essa tendência reafirma o papel fundamental do acesso à assistência médica de qualidade na determinação da

  1. Incremento na mortalidade associada à presença de diabetes mellitus em nipo-brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gimeno Suely Godoy A.

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Como parte de um estudo envolvendo migrantes japoneses (issei e seus descendentes (nisei, residentes na cidade de Bauru no Estado de São Paulo, descrevem-se e comparam-se os coeficientes de mortalidade (CM observados para o período de 1993 a 1996 em indivíduos com graus diferentes de tolerância à glicose. MATERIAL E MÉTODO: Nesse estudo, em 1993, a coorte era composta por 530 nipo-brasileiros (236 issei e 294 nisei, de ambos os sexos, com idade entre 40 e 79 anos, sendo que 91 indivíduos (17% foram classificados como diabéticos não dependentes de insulina (DMNDI, 90 (17% como portadores de tolerância à glicose diminuída (TGD e 349 (66% como normais quanto à tolerância à glicose. Em 1996 foram identificados os óbtos ocorridos e obtidas informações dos familiares e dos certificados de óbito para o registro da data e da causa da morte. Calcularam-se, para os três grupos de indivíduos, os CM brutos e ajustados, por todas as causas e por causas específicas (doenças circulatória e renal. O modelo de Cox foi utilizado para a comparação dos CM ajustados segundo idade, sexo, geração, creatinina sérica, presença de hipertensão arterial, de dislipidemia e de obesidade. RESULTADOS E CONCLUSÕES: As razões entre os CM brutos de indivíduos diabéticos e normais foram 2,95 (IC 95%: 1,10 -7,62 para os óbitos ocorridos por todas as causas e 4,75 (IC 95%: 1,31 - 16,48 para os óbitos por causas específicas. Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os CM brutos de indivíduos com TGD quando comparados aos indivíduos normais. Após o ajuste simultâneo pelas variáveis de controle, observou-se que, entre os indivíduos diabéticos, a força de mortalidade por causas específicas foi aproximadamente 4 vezes aquela observada entre os indivíduos normais (Razão dos CM: 3,86 e IC 95%: 1,11 -13,38. Os resultados em nipo-brasileiros são consistentes com outros obtidos em populações diab

  2. Tendências na incidência e mortalidade por acidentes de trabalho no Brasil, 1998 a 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Souza e Silva de Almeida

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar as tendências na incidência e mortalidade por acidentes de trabalho no Brasil, de 1998 a 2008. Trata-se de estudo ecológico de séries temporais, que incluiu, para a análise, os acidentes de trabalho registrados nas estatísticas oficiais do Governo Federal. Foram calculadas as variações percentuais anuais (APC nas taxas de incidência e de mortalidade, através da modelagem pelo método Joinpoint, usando o ano calendário como variável regressora. Observou-se tendência significativa de decréscimo na taxa de incidência de acidentes de trabalho, o mesmo ocorrendo para os acidentes de trabalho típicos. Para ambos, o número de casos aumentou nesse período. O número de casos de acidentes de trabalho de trajeto e sua incidência mostraram tendência significativa de aumento. O número de óbitos e a taxa de mortalidade registraram tendência de decréscimo. São discutidos como fatores contribuintes para o declínio das taxas de incidência de acidentes de trabalho e de mortalidade por esta causa: melhoria das condições de trabalho, maior crescimento do setor de serviços do que do setor industrial, subnotificação dos acidentes de trabalho e terceirização dos serviços. O aumento dos acidentes de trabalho de trajeto sugere a influência da violência dos centros urbanos.

  3. Mortalidade infantil por causas evitáveis no Brasil: um estudo ecológico no período 2000-2002 Infant mortality from preventable causes in Brazil: an ecological study in 2000-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Fernando Boing

    2008-02-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi testar as associações entre a mortalidade infantil por causas evitáveis no Brasil com indicadores sócio-econômicos e de serviços e investimentos em saúde. Trata-se de um estudo ecológico, cujas unidades de análise foram os 296 municípios brasileiros com população superior a 80 mil habitantes. Realizaram-se os testes de Kruskall-Wallis e ANOVA para identificar diferenças significativas entre os quartis de mortalidade infantil segundo as variáveis independentes, e foram calculados os coeficientes de correlação de Pearson e de Spearman para testar as associações entre todas as variáveis. Os municípios que compuseram os quartis com maior mortalidade infantil por causas evitáveis apresentaram também menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, Produto Interno Bruto per capita, pessoas que vivem em domicílios com banheiro e água encanada, despesa total com saúde por habitante e médicos por mil habitantes; e maior coeficiente de Gini. A compreensão do papel protagonista das condições sócio-econômicas e de investimentos em saúde sobre a mortalidade infantil por causas evitáveis deve permear as ações que visem à minimização da magnitude e da desigualdade desses óbitos.This study aims to test the associations between infant mortality from preventable causes in Brazil and socioeconomic factors, including those pertaining to health services and investments. This was an ecological study using 296 Brazilian counties (municipalities with more than 80,000 inhabitants each as the analytical units. Kruskall-Wallis and ANOVA tests were performed to compare independent variables according to infant mortality quartile, and Pearson and Spearman's correlation coefficients were computed to test the associations. As the infant mortality quartile from preventable causes increases, there is a gradual decrease in the municipal human development index, per capita gross domestic product, households with

  4. Contribución de la anemia y de la exposición al virus de la inmunodeficiencia humana a la morbi-mortalidad infantil en África

    OpenAIRE

    Moraleda Redecilla, Cinta

    2015-01-01

    INTRODUCCIÓN Cada año mueren en el mundo más de 6 millones de niños menores de 5 años. Cerca del 50% en África subsahariana. Mejorar el conocimiento de patologías como la anemia y la exposición perinatal al VIH, que tienen un peso relevante pero poco reconocido en la mortalidad infantil, podría ayudar a reducir estas muertes. MATERIAL Y MÉTODOS Para determinar la etiología de anemia en Mozambique, profundizar en la etiopatogenia de la anemia asociada a malaria y determinar ...

  5. La mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años en Cuba: período 2000-2010. The fetal- infant mortality and under 5 years in Cuba: 2000-2010

    OpenAIRE

    Lorenzo I. Herrera León

    2015-01-01

    La etapa fetal es vital para el desarrollo y bienestar del futuro ser humano, de ahí que el presente trabajo se haya propuesto como objetivo analizar la evolución de la mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años durante el decenio 2000-2010, en Cuba. Para el logro de este se realizaron estimaciones de los eventos vitales que acompañan al proceso del embarazo (abortos e interrupciones, embarazos, mortinatos y nacimiento). A raíz de dichas estimaciones y aplicando técnicas estadísticas de ...

  6. Mortalidade infantil e contexto socioeconômico no Ceará, Brasil, no período de 1991 a 2001 Infant mortality and the socio-economic scenario in the State of Ceará, Brazil in 1991 and 2001

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gomes Bezerra-Filho

    2007-04-01

    Full Text Available A Taxa de Mortalidade Infantil (TMI foi eleita como um dos mais importantes indicadores de saúde pela Organização Mundial da Saúde, na Conferência de Alma-Ata, onde também foi reconhecida a atenção primária como a chave para alcançar um nível mínimo satisfatório de saúde. O Fundo das Nações Unidas para a Infância e a Organização Pan-americana de Saúde determinaram estratégias de ação de baixo custo para países pobres, visando à redução da TMI, tais como acompanhamento do crescimento, reidratação oral, aleitamento materno e imunização. O pressuposto de que reduções substanciais nessa taxa estariam condicionadas a melhorias na qualidade de vida vem sendo questionado, devido a intervenções específicas do setor saúde. Neste contexto, o Ceará e grande parte da região Nordeste vêm enfrentando historicamente as adversidades em áreas sociais, econômicas, demográficas e de atenção à saúde, sugerindo a existência de relação de causalidade entre esses seguimentos e, de forma específica, com a mortalidade infantil. Os determinantes macroepidemiológicos da sobrevivência infantil estão fora da capacidade do setor saúde de provocar algum tipo de intervenção, por isso somente mudanças significativas dos padrões econômicos ou a intensificação de políticas sociais, com continuidade para as questões da educação, do saneamento e da geração de emprego e renda, poderiam provocar transformações de impacto na condição de saúde das populações e, por conseqüência, na mortalidade infantil. Tal conjectura justifica a execução de investigações mais apuradas do ponto de vista metodológico de maneira a elucidar essa hipótese.The Infant Mortality Rate (IMR has been determined as one of the most important health indicators by the Alma-Ata Conference of the World Health Organization that also recognized primary health care as the key for health promotion. The United Nations International Childhood

  7. Condições de vida e mortalidade infantil no município do Embu, São Paulo Living conditions and infant mortality in the municipality of Embu, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nabas Ventura

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a distribuição do coeficiente de mortalidade infantil e seus componentes no município do Embu, São Paulo, no período de 1995 a 1998, segundo os estratos de condições de vida. MÉTODOS: Estudo descritivo com análise por conglomerados,dos 135 setores censitários do município de Embu, agrupados em quatro estratos de condições de vida: estrato 1, com melhores condições de moradia, renda e escolaridade; estratos 2 e 3, intermediários; estrato 4, no qual todas as moradias eram aglomerados subnormais ou favelas. Foram calculados os coeficientes de mortalidade infantil, neonatal e pós-neonatal, a proporção entre óbitos neonatais e pós-neonatais, o risco atribuível populacional e mortalidade proporcional por causas, para os anos de 1995 a 1998, segundo os quatro estratos de condições de vida estabelecidos. RESULTADOS: O estrato 4 apresentou maiores coeficientes de mortalidade infantil e risco atribuível populacional em relação aos estratos intermediários, em todos os anos do estudo. Esse estrato apresentou, também, as menores proporções entre mortalidade neonatal e pós-neonatal. O risco atribuível populacional no estrato 4 foi maior que os demais estratos para as afecções perinatais (159,4, doenças respiratórias (271,4 e doenças infecciosas (415,6. Identificaram-se dados demográficos semelhantes em áreas próximas aos limites geograficamente constituídos pelo estudo e heterogeneidade de eventos num mesmo território. CONCLUSÕES: Identificou-se uma relação entre desigualdades sociais e mortalidade infantil, segundo os critérios de condições de vida estabelecidos para este estudo, entretanto, não houve distribuição homogênea nos quatro estratos populacionais, revelando dificuldades em utilizá-los como parâmetros para desigualdades sociais em grandes centros urbanos.OBJECTIVE: To describe the infant mortality coefficient and its components in the municipality of Embu, São Paulo, Brazil

  8. Contribuição para o estudo do significado da evolução do coeficiente de mortalidade infantil no município de São Paulo, SP (Brasil nas três última décadas (1950-1979 A contribution to the study of the significance of the trends in infant mortality rates for the city of S. Paulo, Brazil, during the last three decades (1950-1979

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    1982-02-01

    Full Text Available Buscando contribuir ao estudo da relação evolução da mortalidade infantil - evolução da qualidade de vida, foram examinadas no município de São Paulo as correlações existentes nas três últimas décadas entre as séries históricas da mortalidade e as séries históricas do valor do salário mínimo e da cobertura do abastecimento público de água. Estes dois últimos, salário e água, entendidos como fatores de maior e menor abrangência para o conjunto das condições de vida da população. O descenso da mortalidade na década de 50 e o ascenso da mesma na década de 60 estiveram significativamente relacionados à evolução do salário-mínimo real. Entretanto, a evolução da mortalidade na década de 70, com importante queda a partir de 1974, esteve relacionada especificamente à evolução do abastecimento de água. Conclui-se que no período 1950-1979 são diferentes as implicações para a qualidade de vida que podem ser tiradas a partir da evolução da mortalidade infantil e que parece equivocado afirmar-se que a reversão das altas mortalidades a partir de 1974 tenha significado idêntica reversão na deterioração das condições de vida que ensejaram o ascenso da mortalidade no período anterior.The possible correlations between infant mortality statistics and those, first, on the real value of the legal minimum salary and, sencondly, on the extent of the public water-supply system, for the city of S. Paulo (Brazil over the last three decades, were studied with a view to determining the relationship between the historical trends in the infant mortality rates and in the quality of life. The abovementioned factors - salary and water-supply - are taken as factors of greater and lesser relevance, respectively, for the overall picture of the living conditions of the population. The mortality decline in the 50s and its increase in the 60s were found to be related, significantly, to the trends in the real value of the legal

  9. FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: INTERFACES COM O BRINCAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Cavassana Soares

    2016-03-01

    Full Text Available Considerando a formação continuada em articulação com o trabalho educativo na Educação Infantil, pautado no eixo das interações e brincadeiras, neste texto apresentamos estudo bibliográfico que analisou produções acadêmicas sobre as temáticas da formação continuada e do brincar, situadas na primeira etapa da educação básica. Sustentados nos pressupostos teórico-metodológicos bakhtinianos, buscamos compreender como se configuram as pesquisas que associam a tríade referente à formação continuada, ao brincar e à Educação Infantil, selecionando trabalhos no Banco de Teses e Dissertações da CAPES, nos Grupos de trabalho 07 e 08 da ANPEd e no banco da SciELO. As análises do corpus de dados acenam para a necessidade de investimentos em ações de formação continuada que tematizem o brincar na interface com o trabalho educativo com as crianças, com a finalidade de culminar em práticas pedagógicas pautadas na brincadeira.

  10. Brincando e aprendendo na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Fernandes de Novais

    2015-06-01

    Full Text Available Este trabalho é fruto de uma pesquisa qualitativa feita na Creche Municipal Jardim das Palmeiras, onde se constatou os benefícios das brincadeiras durante o desenvolvimento das crianças de 3 e 4 anos. Durante a investigação foram utilizadas entrevistas para se saber a opinião dos professores e como eles trabalham as brincadeiras no dia a dia. Por fim percebeu-se o quanto de desenvolvimento as brincadeiras potencializam para as crianças. Palavras-chave: educação; brincadeiras; crianças; desenvolvimento.

  11. Visualização dos padrões de variação da taxa de mortalidade infantil no Rio Grande do Sul, Brasil: comparação entre as abordagens Bayesiana Empírica e Totalmente Bayesiana Patterns of variation in the infant mortality rate in Rio Grande do Sul State, Brazil: comparison of empirical Bayesian and fully Bayesian approaches

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Letícia Couto da Silva

    2011-07-01

    Full Text Available A mortalidade infantil é um sensível indicador de saúde. Conhecer o seu perfil geográfico auxilia na formulação de estratégias de saúde pública. O mapeamento de doenças tem por objetivo descrever a distribuição geográfica das taxas de mortalidade ou incidência de doenças por intermédio de mapas. Em razão da alta instabilidade das taxas brutas quando há pequenas áreas, utilizam-se os métodos de suavização bayesiana, que se valem de informações de toda a região ou da vizinhança para estimar as taxas. O artigo faz a comparação entre os métodos Bayesiano Empírico e Totalmente Bayesiano para as taxas de mortalidade infantil (dados acumulados de 2001 a 2004 no Rio Grande do Sul, Brasil. O trabalho aponta as vantagens do uso dos estimadores bayesianos na visualização espacial dos mapas. Os métodos Bayesianos Empíricos apresentaram resultados muito semelhantes aos dos métodos Totalmente Bayesianos e possuem a grande vantagem de ser de fácil utilização por profissionais da área de saúde, destacando igualmente os principais padrões espaciais da taxa de mortalidade no Rio Grande do Sul no período estudado.Infant mortality is considered a sensitive health indicator, and knowledge of its geographical profile is essential for formulating appropriate public health policies. Disease mapping aims to describe the geographical distribution of disease incidence and mortality rates. Due to the heavy instability of crude rates in small areas, methods involving Bayesian smoothing of rates are used, drawing on information for the whole area or neighborhood to estimate the event rate. The current study compares empirical Bayesian (EB and fully Bayesian (FB methods for infant mortality rates (accumulated data from 2001 to 2004 in Rio Grande do Sul State, Brazil. This study highlights the advantages of Bayesian estimators for viewing and interpreting maps. For the problem at hand, EB and FB methods showed quite similar results and

  12. O poema infantil na Escola: estudo bibliográfico

    OpenAIRE

    Assis, Vivianny Bessão de

    2009-01-01

    A presente dissertação pretendeu organizar um “estado da questão” a respeito do ensino/leitura de poema na escola, apresentando a diversidade e as características evidenciadas por vinte e três (23) pesquisas entre monografias de especialização, dissertações e teses. A intenção foi iniciar uma “atualização de arquivo” desta produção teórica por meio do levantamento de autores e títulos, organizando-as criticamente conforme as suas proposições e objetivos. Para apreender as múltiplas perspectiv...

  13. Entrevista continuada na clínica de linguagem infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Ramos de Souza

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar as demandas mais comuns nas entrevistas continuadas entre Fonoaudióloga e os pais de duas meninas com retardo de aquisição da linguagem. MÉTODO: foram gravadas as entrevistas com os pais e filmadas as interações mãe-filhas. Posteriormente, esses dados foram transcritos e analisados. RESULTADOS: as demandas foram de orientação dos aspectos instrumentais, escuta de aspectos estruturais e da dinâmica familiar. CONCLUSÕES: verificou-se a importância dessas entrevistas e o quanto questões da dinâmica do casal interferiam no desenvolvimento das filhas. Houve evolução na terapêutica e nas interações a partir das entrevistas e encaminhamento dos pais à terapia de casal.

  14. Impacto das malformações congênitas na mortalidade perinatal e neonatal em uma maternidade-escola do Recife Impact of congenital malformations on perinatal and neonatal mortality in an university maternity hospital in Recife

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar a incidência de malformações congênitas em recém-nascidos assistidos em uma maternidade-escola de Recife e avaliar o impacto destas malformações na mortalidade perinatal e neonatal. MÉTODOS: realizou-se um estudo longitudinal durante os meses de setembro de 2004 a maio de 2005, analisando-se todos os partos assistidos no Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP. Determinou-se a freqüência e o tipo de malformações congênitas e foram calculados os coeficientes de mortalidade fetal, mortalidade perinatal, mortalidade neonatal precoce e tardia. RESULTADOS: a freqüência de malformações foi de 2,8% (em 4043 nascimentos. O percentual de malformações entre os nativivos foi de 2,7%, e entre os natimortos foi de 6,7%. Dentre as malformações, as mais freqüentes foram as do sistema nervoso central (principalmente hidrocefalia e meningomielocele, as do sistema osteomuscular e as cardiopatias. Não houve associação entre malformações e sexo, porém a freqüência de prematuridade e baixo peso foi maior entre os casos de malformações. Constatou-se, entre os malformados, mortalidade neonatal precoce de 32,7% e tardia de 10,6%. Os casos de malformações representaram 6,7% dos natimortos, 24,2% das mortes neonatais precoces e 25,8% do total de mortes neonatais. CONCLUSÕES: a freqüência de malformações correspondeu a 2,8% dos nascimentos. As malformações representaram a segunda causa mais freqüente de mortes neonatais, depois da prematuridade.OBJECTIVES: to determine the incidence of congenital malformations in newborns in a university maternity hospital in Recife and assess the impact of malformation in perinatal and neonatal mortality. METHODS: a longitudinal study was performed from September 2004 to May 2005 with all deliveries at the Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP analyzed. The type and incidence of congenital malformations were determined, and fetal mortality

  15. História da literatura infantil na Madeira: reflexos de um mundo em mudança

    OpenAIRE

    Ramos, Dina Isabela Lemos

    2011-01-01

    O aumento substancial do número de livros infantis publicados na Madeira, ou produzidos por autores nativos da Ilha, mais cedo ou mais tarde, daria como resultado a escrita de um ensaio teórico acerca deste assunto. Esta é a essencial finalidade deste trabalho. Percorrendo diversas matérias em redor da Literatura Infantil pretende-se dar uma ideia da sua evolução e crescimento na Ilha. Através de uma contextualização inicial do género Literatura Infantil, fornecem-se diversos dados acerca de...

  16. AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DO ABANDONO DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL NA MORTALIDADE FETAL E NEONATAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo Nonato Silva Gomes

    2017-04-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a influência do abandono da assistência pré-natal na mortalidade fetal e neonatal. Métodos: Estudo avaliativo, descritivo–exploratório, de cunho documental, com abordagem quantitativa, realizado de outubro a novembro de 2014. Utilizou-se como fonte de dados, 400 declarações de óbitos e 400 fichas de investigação de óbitos fetais e neonatais, ocorridos e notificados nos anos de 2010 a 2013. Foram analisados por meio do Statistical Package for the Social Sciences, para obtenção das frequências absolutas e relativas, variáveis nominais e numéricas e Qui-quadrado de Person. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual do Maranhão (CAAE 26463814.2.0000.5554. Resultados: Quando avaliado a correlação entre o abandono do pré-natal e a mortalidade fetal e neonatal, observou-se que a mortalidade de fetos/neonatos de genitoras que abandonaram o pré-natal foi um evento crescente. Conclusão: Pôde-se confirmar a influência direta do abandono do pré-natal na mortalidade fetal e neonatal.

  17. Ocupação e mortalidade na Marinha do Brasil Occupation and mortality in the Brazilian Navy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene Silva

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a distribuição da mortalidade por doenças do aparelho digestivo, geniturinário e do sistema nervoso, de acordo com a ocupação entre militares da Marinha do Brasil. MÉTODOS: Estudo exploratório da mortalidade proporcional conduzido com militares do sexo masculino lotados na Marinha do Brasil, que faleceram no período de 1991 a 1995. A população do estudo corresponde a todo o contingente da corporação nesse mesmo período. Os dados provêm de certidões de óbitos requeridas para concessão de pensões de dependentes e história ocupacional correspondente. As causas básicas de morte foram codificadas de acordo a Classificação Internacional de Doenças (9ª revisão. RESULTADOS: Militares apresentaram mortalidade proporcional aumentada para as doenças do fígado relacionadas com o consumo do álcool (razão de mortalidade proporcional ajustada (RMPaj=2,03; IC 95%: 1,26 3,00, pancreatite (RMPaj=2,03; IC 95%: 1,06 3,38, hemorragia digestiva (RMPaj=1,61; IC 95%: 1,10 2,23, doenças renais crônicas (RMPaj=2,82; IC 95%: 1,98 3,84, doença de Parkinson (RMPaj=3,00; IC 95%: 1,27 5,72 e degenerações cerebrais (RMPaj=2,88; IC 95%: 1,14 5,70 em relação a população de referência. Associação não estatisticamente significante foi observada entre operadores de radar (RMP=6,50; IC 95%: 1,43 29,56 e doenças do sistema nervoso. CONCLUSÕES: Os resultados indicam a existência de possíveis fatores de riscos ocupacionais no ambiente de trabalho da Marinha do Brasil, e a necessidade de estudos com medidas quantitativas de exposição.OBJECTIVE: To describe the distribution of mortality due to digestive tract, genitourinary and nervous system diseases according to occupation among Brazilian Navy servicemen. METHODS: This was an exploratory study of proportional mortality among male servicemen in the Brazilian Navy who died between 1991 and 1995. The study population comprises the entire contingent of servicemen during

  18. Temas das Brincadeiras de Papéis na Educação Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana Marcolino

    Full Text Available O objetivo do artigo é discutir os temas da brincadeira de papéis sociais na Educação Infantil, revelados por meio de análise conduzida com base nos estudos da Psicologia Histórico-Cultural. Para Elkonin, na idade pré-escolar a brincadeira atinge o auge de seu desenvolvimento, e se caracteriza pela criação de uma situação imaginária, pela presença de regras e de papéis sociais. Foram observadas situações de brincadeira de crianças de quatro anos e meio a cinco anos e meio em 11 escolas da rede municipal de uma cidade de médio porte do interior paulista. A partir do registro das observações, foram identificadas 27 cenas de brincadeira de papéis. A análise dos dados colhidos confirma a tese de Elkonin de que o desenvolvimento da brincadeira de papéis relaciona-se com o que a criança conhece de sua realidade, e indica a necessidade do estabelecimento de certas condições para que esse desenvolvimento ocorra na Educação Infantil. Nesse sentido, discute-se a necessidade de uma mediação do professor calcada na compreensão da riqueza de implicações que a brincadeira de papéis tem para a formação da pessoa.

  19. The impact of changing health indicators on infant mortality rates in Brazil, 2000 and 2005 Impacto de los cambios en los indicadores de salud sobre las tasas de mortalidad infantil en Brasil, 2000 y 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando M. Volpe

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To investigate the associations between changes in indicators of health-related resources and coverage, and variations in infant mortality rates (IMR in Brazil's 27 states in 2000 and 2005. METHODS: Data were obtained from the Ministry of Health's online database, DATASUS. Stepwise multiple regressions were performed to model changes in IMR and its components (early, late, and post-neonatal mortality, using changes in the selected health indicators as predictors. RESULTS: Regression analysis showed that improving access to prenatal care (B = -0.89 per 1 000; P OBJETIVOS: Investigar las asociaciones entre los cambios en los indicadores de recursos y cobertura relacionados con la salud y las variaciones en las tasas de mortalidad infantil (TMI en los 27 estados de Brasil entre los años 2000 y 2005. MÉTODOS: Los datos se obtuvieron de la base de datos en línea del Ministerio de Salud, DATASUS. Mediante regresión múltiple paso a paso se modelaron los cambios en la TMI y sus componentes (mortalidades temprana, tardía y posneonatal, utilizando como predictores los cambios en indicadores seleccionados de salud. RESULTADOS: Según el análisis de regresión, el mejoramiento del acceso a la atención prenatal (B = -0,89 por 1 000; P < 0,001 y al suministro de agua (B = -0,22 por 1 000; P = 0,033, y el aumento del gasto público en salud como proporción del producto interno bruto (PIB (B = -0,72 por 1 000; P = 0,031 se asociaron con reducciones significativas de las TMI. Las reducciones de las tasas de mortalidad neonatal temprana se asociaron con la atención prenatal (B = -0,14 por 1 000; P = 0,026 y el acceso a servicios de saneamiento (B = -0,05 por 1 000; P = 0,026. Las reducciones en las tasas de mortalidad neonatal tardía se asociaron con la atención prenatal (B = -0,12 por 1 000; P = 0,003 e, inversamente, con la tasa de partos por cesárea (B = 0,13 por 1 000; P = 0,005. Las reducciones en las tasas de mortalidad posneonatal

  20. La mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años en Cuba: período 2000-2010. The fetal- infant mortality and under 5 years in Cuba: 2000-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorenzo I. Herrera León

    2015-12-01

    Full Text Available La etapa fetal es vital para el desarrollo y bienestar del futuro ser humano, de ahí que el presente trabajo se haya propuesto como objetivo analizar la evolución de la mortalidad feto-infantil y de menores de 5 años durante el decenio 2000-2010, en Cuba. Para el logro de este se realizaron estimaciones de los eventos vitales que acompañan al proceso del embarazo (abortos e interrupciones, embarazos, mortinatos y nacimiento. A raíz de dichas estimaciones y aplicando técnicas estadísticas de regresión lineal se estimaron las intensidades de cambio medio anual de las diferentes modalidades de mortalidad que afectan al producto de la concepción en todo el decenio, a decir, fetal, infantil (según componentes y perinatal, y del menor de 5 años, lo que permitió realizar comparaciones. En este mismo sentido, se realizaron incursiones analíticas sobre las características exhibidas por las defunciones ocurridas intraútero, tomando en cuenta variables fundamentales como el peso y la duración de la gestación. Entre los resultados más sobresalientes se destacan, en primer lugar, la brecha mantenida en todo el decenio de la mortalidad fetal con respecto a la infantil y especialmente con la componente neonatal precoz, y más aun, el carácter ascendente en casi todo el período de estudio de esta relación. Como la recomendación más acuciante, se sugiere tratar este punto con mayor especificidad en estudios posteriores, dada la posibilidad de que se esté violando un principio básico: el concerniente a la definición de nacido vivo promulgada por las Naciones Unidas. The fetal stage is vital to the development and welfare of the human being, that is why the main objective of this work is to analyze the evolution of the fetus and infant mortality and under-five years during the decade 2000-2010, in Cuba. To achieve this objective, estimates of vital events that accompany the process of pregnancy (abortions and interruptions, pregnancies

  1. ¿Por qué descendió tanto la mortalidad infantil en Tarragona, provincia de Cataluña (España? El ejemplo del doctor Frías i Roig (Reus, 1878-1963

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita Gonzalvo-Cirac

    2015-01-01

    Full Text Available Desde la Transición Demográfica y Epidemiológica, marco conceptual de nuestra investigación, planteamos qué ocurrió en la provincia de Tarragona entre 1900 y 1935 (antes de la Guerra Civil española. A principios de siglo dicho territorio ostentó la esperanza de vida más alta de todas las provincias españolas y ésta aumentó año por año durante ese período. Se analiza la evolución de la mortalidad general, la mortalidad infantil y las causas de muerte en la provincia de Tarragona comparándola con Cataluña y España. Los datos consultados provienen de defunciones por causa de muerte del Instituto Nacional de Estadística y del Institut d’Estadistica de Catalunya. El estudio epidemiológico se ha realizado mediante una agrupación de grandes causas de muerte; y la metodología usada es la estandarización indirecta. Los resultados muestran que entre 1900 y 1935, la esperanza de vida aumenta unos 20 años, con un mayor crecimiento a favor de las mujeres. Esta esperanza de vida a favor de Tarragona se debe a la menor incidencia de muertes provocadas por enfermedades infecciosas, la promoción de la calidad de vida a través de las pioneras acciones de los higienistas (principalmente de Reus entre 1910-20, la educación, un alto nivel de alfabetización de los padres, una buena alimentación en nutrientes y un buen clima.

  2. ¿Por qué descendió tanto la mortalidad infantil en Tarragona, provincia de Cataluña (España? El ejemplo del doctor Frías i Roig (Reus, 1878-1963

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita Gonzalvo-Cirac

    2015-07-01

    Full Text Available Desde la Transición Demográfica y Epidemiológica, marco conceptual de nuestra investigación, planteamos qué ocurrió en la provincia de Tarragona entre 1900 y 1935 (antes de la Guerra Civil española. A principios de siglo dicho territorio ostentó la esperanza de vida más alta de todas las provincias españolas y esta aumentó año por año durante ese período. Se analiza la evolución de la mortalidad general, la mortalidad infantil y las causas de muerte en la provincia de Tarragona comparándola con Cataluña y España. Los datos consultados provienen de defunciones por causa de muerte del Instituto Nacional de Estadística y del Institut d’Estadistica de Catalunya. El estudio epidemiológico se ha realizado mediante una agrupación de grandes causas de muerte; y la metodología usada es la estandarización indirecta. Los resultados muestran que entre 1900 y 1935, la esperanza de vida aumenta unos 20 años, con un mayor crecimiento a favor de las mujeres. Esta esperanza de vida a favor de Tarragona se debe a la menor incidencia de muertes provocadas por enfermedades infecciosas, la promoción de la calidad de vida a través de las pioneras acciones de los higienistas (principalmente de Reus entre 1910-20, la educación, un alto nivel de alfabetización de los padres, una buena alimentación en nutrientes y un buen clima.

  3. Correlation of Cesarean rates to maternal and infant mortality rates: an ecologic study of official international data Correlación de la tasa de cesáreas con las tasas de mortalidad materna e infantil: estudio ecológico basado en datos oficiales internacionales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Madalena Volpe

    2011-05-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To correlate international official data on Cesarean delivery rates to infant and maternal mortality rates and low weight-at-birth rates; and to test the hypothesis that Cesarean rates greater than 15% correlate to higher maternal and infant mortality rates. METHODS: Analyses were based on the most recent official data (2000-2009 available for 193 countries. Exponential models were compared to quadratic models to regress infant mortality rates, neonatal mortality rates, maternal mortality rates, and low weight-at-birth rates to Cesarean rates. Separate regressions were performed for countries with Cesarean rates greater than 15%. RESULTS: In countries with Cesarean rates less than 15%, higher Cesarean rates were associated to lower infant, neonatal, and maternal mortality rates, and to lower rates of low weightat-birth. In countries with Cesarean rates greater than 15%, Cesarean rates were not significantly associated with infant or maternal mortality rates. CONCLUSIONS: There is an inverse exponential relation between countries' rates of Cesarean deliveries and infant or maternal mortality rates. Very low Cesarean rates (less than 15% are associated with poorer maternal and child outcomes. Cesarean rates greater than 15% were neither correlated to higher maternal nor child mortality, nor to low weight-at-birth.OBJETIVO: Correlacionar los datos oficiales internacionales sobre las tasas de parto por cesárea con las tasas de mortalidad materna e infantil y con la tasa de bajo peso al nacer, y someter a prueba la hipótesis que sostiene que una tasa de cesáreas mayor de 15% se correlaciona con tasas de mortalidad materna e infantil más elevadas. MÉTODOS: Los análisis se basaron en los datos oficiales más recientes disponibles (2000-2009 de 193 países. Se compararon modelos exponenciales con modelos cuadráticos para hacer un análisis de regresión de las tasas de mortalidad infantil, neonatal y materna, así como de las tasas de

  4. UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A INDISCIPLINA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    OpenAIRE

    Claro, Ana Lucia de Araujo

    2015-01-01

    Esta pesquisa apresenta uma investigação qualitativa, exploratória e analítica, sobre indisciplina escolar no contexto da Educação Infantil. Conforme revisão de literatura, a indisciplina pode apresentar implicações para a relação pedagógica que são pouco investigadas, sobretudo no contexto das relações pedagógicas entre adultos e crianças. A investigação foi realizada junto a um grupo de professoras com experiências significativas naquele nível de ensino e que atuam com crianças na faixa etá...

  5. Fatores de mortalidade em micro e pequenas empresas: um estudo na região central do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidineia Santini

    2015-04-01

    Full Text Available As micro e pequenas empresas assumem papel importante para as economias locais e regionais. Grande parte desses empreendimentos não consegue prosperar e se manter no mercado por mais de meia década, apresentando mortalidade precoce. Mediante a isto, o presente trabalho é caracterizado como uma survey descritiva, visto que se consideram, no mesmo, os principais passos para esclarecimento a respeito de sobrevivência das micro e pequenas empresas. Desta forma, o objetivo foi identificar os fatores causadores da mortalidade dessas empresas na região central do estado do Rio Grande do Sul. Para tanto, a pesquisa agregou uma amostra de 60 empreendimentos. Utilizou-se para a coleta dos dados um questionário estruturado, no qual se identificou onze principais fatores causadores da mortalidade das empresas. Concluiu-se que existe relação entre os fatores encontrados na pesquisa com resultados obtidos por outros autores em estudos anteriores.

  6. Mortalidade por homicídios no Brasil na década de 90: o papel das armas de fogo

    OpenAIRE

    Peres,Maria Fernanda Tourinho; Santos,Patrícia Carla dos

    2005-01-01

    OBJETIVO: Descrever a evolução da mortalidade por homicídio no Brasil, na década de 1990, buscando analisar a contribuição das armas de fogo. MÉTODOS: Estudo ecológico descritivo de série temporal para o período 1991 a 2000. Dados sobre óbitos por causas externas, segundo local de residência, foram obtidos para a população total e grupos de sexo. A fonte de dados utilizada foi o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/Datasus). Os homicídios foram classificados em ...

  7. Mortalidade por homicídios no Brasil na década de 90: o papel das armas de fogo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Peres Maria Fernanda Tourinho

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução da mortalidade por homicídio no Brasil, na década de 1990, buscando analisar a contribuição das armas de fogo. MÉTODOS: Estudo ecológico descritivo de série temporal para o período 1991 a 2000. Dados sobre óbitos por causas externas, segundo local de residência, foram obtidos para a população total e grupos de sexo. A fonte de dados utilizada foi o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/Datasus. Os homicídios foram classificados em homicídios por armas de fogo, por outros instrumentos e por meios não especificados. Foram calculados a mortalidade proporcional e os coeficientes de mortalidade (/100.000 habitantes. RESULTADOS: Os homicídios foram responsáveis por 33% dos óbitos por causas externas na década de 1990. As armas de fogo contribuíram com mais de 50% dos casos já em 1991, e com cerca de 70% no ano 2000. Esse crescimento ocorreu em ambos os grupos de sexo e em todas as capitais. O coeficiente de mortalidade por homicídio cresceu 27,5%, sendo que o incremento nos homicídios cometidos com armas de fogo foi de 72,5%. No período houve uma queda nos casos decorrentes de instrumentos não especificados, o que pode explicar parte do incremento observado para os homicídios com armas de fogo. CONCLUSÕES: Os dados indicam significativa contribuição das armas de fogo para o crescimento dos homicídios na década de 1990. Problemas na qualidade das informações, tanto no que se refere às mortes com intencionalidade indeterminada como ao tipo de instrumento utilizado, prejudicaram a análise dos dados.

  8. Magnitude da mortalidade por câncer do colo do útero na Região Nordeste do Brasil e fatores socioeconômicos Magnitude of mortality from cervical cancer in the Brazilian Northeast and socioeconomic factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Justina Gamarra

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a tendência temporal da mortalidade por câncer do colo do útero segundo dados de óbito corrigidos ou não e verificar a associação entre essas informações e indicadores socioeconômicos selecionados em mulheres com 20 anos ou mais residentes no Nordeste do Brasil (capital e interior no período de 1996 a 2005. MÉTODOS: Foram incluídos no estudo os óbitos por câncer do colo do útero captados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM e aqueles identificados como sendo decorrentes dessa neoplasia após processo de correção. Através de regressão linear simples, foram analisadas as tendências temporais da mortalidade e as correlações com os indicadores socioeconômicos selecionados através de correlação de Pearson (r. RESULTADOS: As maiores taxas de mortalidade por câncer do colo do útero sem correção corresponderam às capitais e as menores foram observados no interior dos estados. Por outro lado, os maiores coeficientes de mortalidade corrigidos foram observados para o interior dos estados e os menores para as capitais, invertendo o quadro. Da mesma forma, as menores taxas de mortalidade sem correção foram observadas nos estados com maior pobreza, analfabetismo, fecundidade e mortalidade infantil, enquanto as maiores taxas de mortalidade sem correção foram observadas nas regiões com melhores indicadores sociais. As taxas corrigidas mostraram associação negativa com os indicadores que assinalam melhores condições de vida, e positiva com os indicadores que descrevem piores condições de vida. CONCLUSÕES: A utilização de dados não corrigidos de mortalidade pode levar à subestimação do câncer do colo de útero e comprometer as interpretações de análises comparativas sobre a magnitude, distribuição e fatores associados a essa doença. A magnitude desse câncer merece ser reavaliada, pelo menos no Nordeste do Brasil. Contudo, os resultados demonstram que já há resultados

  9. Impacto da vacinação contra influenza na mortalidade por doenças respiratórias em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: As doenças respiratórias, particularmente as infecciosas, vêm se tornando cada vez mais representativas na morbi-mortalidade da população idosa. O objetivo do estudo foi analisar a tendência de mortalidade por doenças respiratórias e observar o impacto da vacinação contra influenza nos coeficientes de mortalidade. MÉTODOS: O estudo foi realizado no período de 1980 a 2000 em idosos residentes no Estado de São Paulo, utilizando-se dados de mortalidade do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde. Trata-se de estudo ecológico de séries temporais. Foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doenças respiratórias infecciosas, segundo faixas etárias (60 a 64, 65 a 69, 70 a 74, 75 a 79 e 80 ou mais anos e sexo, por meio de modelos de regressão polinomial. Foram calculados intervalos de confiança para a resposta média esperada nos anos subseqüentes à intervenção. RESULTADOS: Os coeficientes aumentaram para ambos os sexos na população idosa. Após a intervenção nota-se tendência ao declínio dos indicadores de mortalidade. Para a população idosa masculina, o coeficiente médio no período de 1980 a 1998 foi de 5,08 óbitos por mil homens com aumento linear não constante de 0,13 ao ano; em 2000, o coeficiente observado foi de 4,72 óbitos por mil homens. Já para as mulheres de 60 anos e mais, o coeficiente anual médio foi de 3,18 óbitos por mil mulheres com incremento não constante de 0,08 ao ano; no ano de 2000 o coeficiente observado foi 2,99 óbitos por mil mulheres, além da redução significativa dos mesmos em todas as faixas etárias. CONCLUSÕES: Os dados indicam a importância das doenças respiratórias entre os idosos e sugerem que a proteção específica contra influenza tem se refletido positivamente na prevenção da mortalidade por essas doenças.

  10. Enunciação e atitude responsiva em processos interativos: construindo dialogias na Educação Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Marques Vieira

    2016-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2016v18n33p32 O presente artigo aborda o problema da enunciação e a atitude responsiva na relação adulto-criança na dinâmica dialógica da educação infantil. Para tanto estabelece interlocução entre autores do Círculo de Bakhtin e uma perspectiva sobre a cultura infantil na relação entre pares, com destaque à noção de reprodução interpretativa e de ordem instituinte pelas crianças. Propõe um estudo sob a premissa da dialogia na prática educativa no espaço-ambiente da educação infantil, a fim de identificar a dinâmica dialógica e relacionar elementos da enunciação e das atitudes responsiva das crianças dela decorrentes, em momentos de processos interativos de uma situação educativa, registrada e observada por meio da fotografia. A partir do registro fotográfico foi possível relacionar percepções da vivência rememorada na observação da imagem, sendo esta fonte de interpretação de possibilidades responsivas das crianças ao enunciado da professora. Destaca-se desse estudo que observar o que as crianças realizam em suas brincadeiras e interações pode de fato configurar um caminho para o professor abrir os olhos e a escuta ao que move a ação da criança e constitui sua cultura infantil.

  11. OS TEMAS GÊNERO E SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Costa de Paula

    2014-12-01

    Full Text Available As práticas escolares, cotidianamente, se veem atravessadas por situações relacionadas aos temas gênero e sexualidade infantil quando as crianças fazem perguntas e vivem experiências que levam o educador a deparar-se com o seu desconhecimento, a sua cultura e os seus medos. A pesquisa objetivou conhecer as concepções e as práticas dos educadores sobre gênero e sexualidade das crianças. Sexualidade e gênero são construções relacionadas ao poder e à regulação e, como dispositivos fundamentais ao processo de subjetivação, mostram-se relevantes no trabalho com a infância. O estudo entrelaçou dados da(s: (a pesquisa com observação participante; (b coleta de informações, registro de observações livres e narrativas das crianças e da equipe pedagógica; (c discussões e trocas de conhecimentos na formação continuada dos educadores; (d situações-problema sobre os temas gênero e sexualidade na escola e d análise de material bibliográfico priorizando as teses de estudiosos da infância, gênero e sexualidade. As inferências (1 desvelam ocultamentos e silenciamentos dos educadores acerca da temática; (2 expõem experiências problemáticas que os levam ao enfrentamento de situações inusitadas, relativas à sexualidade das crianças, desencadeando decisões num complexo terreno de incertezas, singularidades e de conflito de valores; (3 evidenciam falas dos educadores que carregam marcas de angústias e constrangimentos sobre o sexual; (4 revelam desconhecimentos da equipe pedagógica sobre os temas gênero e sexualidade infantil. Palavras-chave: educação infantil, sexualidade, gênero, formação docente.   The everyday school practices are related to gender and infant sexuality subjects because children ask teachers questions and also experience things which make educators face embarrassing situations to answer them because of their culture and fears. The research had the target of knowing the educators

  12. Efectos combinados de la ampliación de la atención primaria de salud y de las transferencias condicionadas de dinero en efectivo sobre la mortalidad infantil en Brasil, 1998–2010*

    Science.gov (United States)

    Guanais, Frederico C.

    2015-01-01

    Objetivos. Examiné los efectos combinados del acceso a la atención primaria mediante el Programa de Salud Familiar (PSF) y las transferencias condicionadas de dinero en efectivo del Programa Bolsa Familia (PBF) sobre la mortalidad infantil posneonatal (MIPN) en Brasil. Métodos. Empleé un análisis ecológico longitudinal usando datos en panel de 4 583 municipios brasileños de 1998 al 2010, con 54 253 observaciones en total. Estimé modelos de regresión de efectos fijos por mínimos cuadrados ordinarios, con la tasa de MIPN como la variable dependiente y el PSF, el PBF y sus interacciones como las principales variables independientes de interés. Resultados. La asociación de una mayor cobertura del PSF con una menor tasa de MIPN se volvió más fuerte conforme aumentaba la cobertura del PBF. En los promedios de todas las demás variables, cuando la cobertura de PBF era 25%, la MIPN predicha fue 5,24 (intervalo de confianza [IC] de 95% = 4,95, 5,53) para una cobertura del PSF de 0%, y de 3,54 (IC de 95% = 2,77, 4,31) para una cobertura del PSF de 100%. Cuando la cobertura del PBF era de 60%, la MIPN predicha fue 4,65 (IC de 95% = 4,36, 4,94) para una cobertura del PSF de 0%, y de 1,38 (IC de 95% = 0,88, 1,89) para una cobertura del PSF de 100%. Conclusiones. El efecto del PSF depende de la ampliación del PBF. Para las poblaciones empobrecidas y subatendidas, la combinación de intervenciones tanto del lado de la oferta como del lado de la demanda podría ser necesaria para mejorar los resultados en salud.

  13. Mortalidade infantil em município da região Centro-Oeste Paulista, Brasil, 1990 a 1992 Infant mortality in a midwest city of Southeastern Brazil, 1990 to 1992

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaime de O. Gomes

    1997-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A mortalidade infantil em Presidente Prudente, SP (Brasil, foi estudada no período de 1990 a 1992, a partir de aplicação de métodos para obtenção de diagnóstico coletivo que orientassem a identificação e escolha de estratégias de controle de problemas locais. MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizadas declarações de óbito colhidas no cartório, cujos dados originais foram corrigidos por meio de pesquisa documental nos serviços de saúde e entrevistas domiciliares. Para estudar variáveis como idade materna e peso ao nascer foram utilizados os dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC. A qualidade dos dados originais das declarações de óbitos foi inicialmente analisada pela quantidade de informações, sensibilidade, especificidade e valor de Kappa. RESULTADO: A sensibilidade global para a causa básica de óbito foi 78,84% e Kappa igual a 71,32 para o total de causas. Ocorreram 189 óbitos, sendo 66,15% no período neonatal (41,28% durante o primeiro dia de vida e 33,85% no infantil tardio. O peso ao nascer de 58,28% dos óbitos foi menor que 2.500g. As causas básicas de óbito foram estudadas segundo a possibilidade de serem prevenidas (método desenvolvido por Erica Taucher por grupos de causas reduzidas utilizadas no "International Collaborative Effort" (ICE, causas múltiplas e distribuição geográfica. Observou-se que nos óbitos ocorridos até 27 dias, 22,23% poderiam ser evitados por adequada atenção ao parto, 20,64% seriam redutíveis por diagnóstico e tratamento precoce, 13,75% por bom controle da gravidez e apenas 7,94% não evitáveis. Das mortes ocorridas no período infantil tardio, 12,17% foram classificadas como outras preveníveis e 4,23% foram consideradas não evitáveis. Segundo os grupos do ICE, 58,74% faleceram por imaturidade ou asfixias; 19,58% por infecções e, 12,17%, por anomalias congênitas. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem prioridade para assistência obst

  14. Relatório do estágio curricular supervisionado na Educação Infantil I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariane Assmann

    2011-12-01

    Full Text Available Este relatório é o resultado de observação conjunta sobre os aspectos pedagógicos no que se refere à estrutura física, identificação da creche, estrutura organizacional e político-pedagógica da mesma. Esta observação foi motivada pela intenção de um crescimento dentro do curso de pedagogia na área da educação infantil e teve como atividade observar o que a sala de aula produz para o desenvolvimento da estruturação de rotinas diárias e semanal do berçário, de uma creche pública no município de Sinop.Palavras-chave: estágio; criança; desenvolvimento infantil.

  15. A afetividade na relação professor-aluno no processo de formação e aprendizagem na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Rodrigues Vezaro

    2011-07-01

    Full Text Available Neste artigo, analisou-se a importância da relação afetiva professor-aluno no processo de formação e aprendizagem na Educação Infantil, tendo como aporte teórico as contribuições dos estudos da prática pedagógica a partir de Paulo Freire, quanto à relação professor-aluno; e na questão da afetividade, através do olhar da psicologia, como as teorias de Vygotsky a partir das leituras de Ana Rita Silva Almeida e Teresa Cristina Rego e as teorias de Wallon a partir das leituras de Marta Kohl de Oliveira, sendo que estas duas últimas teorias também irão desvelar os processos do desenvolvimento infantil. A trajetória da pesquisa se deu por meio da abordagem qualitativa e seu desenrolar através de entrevistas semi-estruturadas com nove professoras de diferentes turmas da Educação Infantil. De acordo com os estudos e análises, entende-se que a relação professor-aluno deve possibilitar trocas de experiências e saberes entre ambos e que a afetividade é imprescindível na construção integral da criança, inclusive na formação de sua personalidade. É necessário também o professor se atentar para sua prática, seu planejamento e ser conhecedor de que suas ações interferem diretamente na história da criança, seja positiva ou negativamente. Conclui-se que o afeto do professor em sala de aula, principalmente na Educação Infantil, faz com que a aprendizagem seja muito mais significativa e os valores estejam em constante construção.Palavras-chave: educação; relação professor-aluno; afetividade; desenvolvimento infantil e ensino aprendizagem.

  16. A amamentação na primeira hora de vida e mortalidade neonatal Breastfeeding during the first hour of life and neonatal mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Siqueira Boccolini

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a correlação entre o percentual de amamentação na primeira hora de vida e as taxas de mortalidade neonatal. MÉTODOS: Foram utilizados dados secundários de 67 países obtidos das pesquisas realizadas com a metodologia do Demographic and Health Surveys. Inicialmente, para a análise dos dados, foram empregadas a Correlação de Spearman (IC 95% e a análise gráfica com modificação de Kernel, seguidas de regressão de Poisson Binomial Negativa, ajustando para possíveis fatores de confundimento. RESULTADOS: O percentual de aleitamento materno na primeira hora de vida esteve negativamente associado com as taxas de mortalidade neonatal (Rho = -0,245, p = 0,046, e esta correlação foi mais forte entre os países com mortalidade neonatal superior a 29 mortes/1.000 nascidos vivos (Rho = -0,327, p = 0,048. Os países com os menores tercis de aleitamento materno na primeira hora de vida tiveram uma taxa 24% maior de mortalidade neonatal (razão de taxa = 1,24, IC 95% = 1,07-1,44, mesmo ajustando para fatores de confundimento. CONCLUSÃO: O efeito protetor da amamentação na primeira hora de vida sobre a mortalidade neonatal encontrado nesse estudo ecológico é consistente com o de estudos observacionais, e aponta para a importância de se adotar a amamentação na primeira hora de vida como prática de atenção neonatal.OBJECTIVE: To analyze the correlation between breastfeeding in the first hour of life with neonatal mortality rates. METHODS: The present study used secondary data from 67 countries, obtained from the Demographic and Health Surveys. Initially, for data analysis, Spearman Correlation (95% CI and Kernel graphical analysis were employed, followed by a Negative Binomial Poisson regression model, adjusted for potential confounders. RESULTS: Breastfeeding within the first hour of life was negatively correlated with neonatal mortality (Spearman's Rho = -0.245, p = 0.046, and this correlation was stronger among

  17. La vida: medición y análisis de la mortalidad

    OpenAIRE

    Rodríguez Jaume, María José

    2008-01-01

    Presentación de: las fuentes demográficas para el estudio de la mortalidad, de las características de la mortalidad como fenómeno demográfico; y de los conceptos con los que se operacionaliza el fenómeno demográfico objeto de estudio. Introduccion en la medición del fenómeno de la mortalidad de la mano de tres indicadores: Tasa Bruta de Mortalidad, Tasas Específicas de Mortalidad, Tasa de Mortalidad Infantil.

  18. Saúde Ambiental e Atenção Primária à Saúde nos microterritórios: a taxa de mortalidade infantil para subsidiar a atuação da equipe de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herling Gregorio Aguilar Alonzo

    2013-06-01

    Full Text Available Nos últimos 20 anos, o Sistema Único de Saúde no Brasil vem avançando no aprimoramento da atenção primaria e da vigilância em saúde ambiental. No País, também, melhorou a cobertura do saneamento básico. Mas existem iniquidades macrorregionais e são escassas as informações sobre os microterritórios, onde as ações básicas de saúde se concretizam. Descrever a influência das coberturas do sistema de abastecimento de água (SAA, esgotamento sanitário (ES e coleta de resíduos sólidos domiciliares (CRSD na taxa mortalidade infantil (TMI nas áreas de abrangência das unidades básicas de saúde (UBS do Distrito de Saúde Noroeste de Campinas-SP. Foi conduzido estudo ecológico com dados secundários referentes a 2000. As coberturas nas oito UBS: do SAA variou entre 96,3 %, de Valença, e 99,9 % de Integração; de ES entre 67 %, de Ipaussurama e 99,8 % de Integração; da CRSD entre 95,8 % de Florence e 99,9 % de Perseu e Integração. A TMI variou entre 5,5 ‰, na UBS Perseu e 22,9 ‰ Floresta. Observou-se que existe relação inversa, quanto maior a cobertura do SAA (R2=0,73, de ES (R2=0,78 e da CRSD (R2= 0,95 menor a TMI nas UBS. Além de outros fatores, o saneamento básico determina o processo saúde doença da população e conforme os achados, existem iniquidades também nos microterritórios de abrangência das UBS que devem ser consideradas pelos gestores e profissionais de saúde, principalmente, da atenção primária na pactuação das prioridades, ações e metas para atenção integral e vigilância em saúde e atuação intersetorial.

  19. Diferenciais entre homens e mulheres na mortalidade evitável no Brasil (1983-2005 Gender differences in avoidable mortality in Brazil (1983-2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daisy Maria Xavier de Abreu

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a mortalidade de homens e mulheres em municípios brasileiros entre 1983 e 2005, segundo três grupamentos de causas de morte evitáveis: evitáveis por diagnóstico e tratamento precoce, evitáveis por melhoria no tratamento e na atenção médica e doença isquêmica do coração. A associação entre a mortalidade evitável e as variáveis selecionadas foi realizada usando-se o modelo de regressão binomial negativa. Avaliou-se a magnitude da incidência das causas evitáveis na esperança de vida por meio da técnica de tábua de mortalidade de múltiplo decremento. Os homens apresentaram um risco maior de morrer em relação às mulheres para os grupos de causas evitáveis estudados, após controle de variáveis selecionadas. O ganho na esperança de vida ao nascer é sempre maior para as mulheres, com um aumento de até 5 anos para elas, ao eliminar as causas evitáveis por diagnóstico e tratamento precoce. Deve-se avançar na análise de fatores relacionados à questão de gênero, que podem estar associados ao risco diferenciado de morte entre os sexos.The aim of the article was to analyze gender differences in mortality in 117 Brazilian municipalities from 1983 to 2005, based on three groups of causes of avoidable death: (1 avoidable through early diagnosis and treatment, (2 avoidable by improvements in quality of treatment and medical care, and (3 ischemic heart disease. The association between avoidable mortality and demographic and socioeconomic conditions and healthcare variables was analyzed through negative binomial regression. The multiple decrement technique was used to evaluate the impact of avoidable causes on life expectancy for men and women. Men showed a higher risk of death for all three groups of avoidable causes, after controlling for selected variables. Women would gain more than men, with an increase of up to five years in life expectancy, if avoidable causes were eliminated by

  20. Saúde Ambiental e Atenção Primária à Saúde nos microterritórios: a taxa de mortalidade infantil para subsidiar a atuação da equipe de saúde Salud Ambiental y Atención Primaria de Salud en los microterritorios: la tasa de mortalidad infantil para orientar los trabajos del equipo de salud Environmental Health and Primary Health Care in micro-territories: the infant mortality rate as a guide for the healthcare team

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Borsarelli Carvalho de Brito

    2013-06-01

    Full Text Available Nos últimos 20 anos, o Sistema Único de Saúde no Brasil vem avançando no aprimoramento da atenção primaria e da vigilância em saúde ambiental. No País, também, melhorou a cobertura do saneamento básico. Mas existem iniquidades macrorregionais e são escassas as informações sobre os microterritórios, onde as ações básicas de saúde se concretizam. Descrever a influência das coberturas do sistema de abastecimento de água (SAA, esgotamento sanitário (ES e coleta de resíduos sólidos domiciliares (CRSD na taxa mortalidade infantil (TMI nas áreas de abrangência das unidades básicas de saúde (UBS do Distrito de Saúde Noroeste de Campinas-SP. Foi conduzido estudo ecológico com dados secundários referentes a 2000. As coberturas nas oito UBS: do SAA variou entre 96,3 %, de Valença, e 99,9 % de Integração; de ES entre 67 %, de Ipaussurama e 99,8 % de Integração; da CRSD entre 95,8 % de Florence e 99,9 % de Perseu e Integração. A TMI variou entre 5,5 ‰, na UBS Perseu e 22,9 ‰ Floresta. Observou-se que existe relação inversa, quanto maior a cobertura do SAA (R2=0,73, de ES (R2=0,78 e da CRSD (R2= 0,95 menor a TMI nas UBS. Além de outros fatores, o saneamento básico determina o processo saúde doença da população e conforme os achados, existem iniquidades também nos microterritórios de abrangência das UBS que devem ser consideradas pelos gestores e profissionais de saúde, principalmente, da atenção primária na pactuação das prioridades, ações e metas para atenção integral e vigilância em saúde e atuação intersetorial.En los últimos 20 años, el Sistema Único de Salud en el Brasil ha mejorado la atención primaria de salud y la vigilancia de la salud ambiental. En Brasil, mejoró también la cobertura de saneamiento básico. Existen desigualdades macrorregionales y poca información sobre los microterritorios donde se llevan a cabo las acciones de la atención primaria. Se pretende describir la

  1. Mortalidade materna e incidência de dengue na Região Sudeste do Brasil: estudo ecológico no período 2001-2005 Maternal mortality and impact of dengue in Southeast Brazil: an ecological study, 2001-2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Karin Madureira da Mota

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi explorar a distribuição de efeitos reprodutivos em decorrência da infecção por dengue durante a gestação, entre 2001 e 2005. Foi realizado estudo epidemiológico com delineamento ecológico cujas unidades de análise foram municípios com mais de 80 mil habitantes na Região Sudeste do Brasil. Nestes, foi determinada a correlação entre a incidência de dengue em mulheres de 15 a 39 anos e indicadores selecionados de mortalidade (materna, fetal, perinatal, neonatal, neonatal precoce e infantil, por meio do coeficiente de correlação de Spearman. Foi observada a presença de forte correlação positiva entre as medianas das taxas de incidência de dengue em mulheres de 15 a 39 anos e as medianas da taxas de mortalidade materna (r = 0,88; IC95%: 0,51; 1,00, com coeficiente de determinação R² = 0,78. A magnitude da correlação observada entre a incidência de dengue e a mortalidade materna na Região Sudeste é sugestiva de que a ocorrência da infecção durante a gravidez possa impactar negativamente a evolução desta, com repercussões para a mortalidade materna.The aim of this study was to explore the distribution of reproductive outcomes following dengue virus infection during pregnancy (2001-2005. An ecological epidemiological study was conducted in all counties with more than 80,000 inhabitants in Southeast Brazil. The study explored the correlation between dengue incidence rates in women 15-39 years of age and selected mortality indicators (maternal, fetal, perinatal, neonatal, early neonatal, and infant in these counties, and Spearman correlation coefficients were calculated. A positive correlation was observed between median dengue incidence in women 15-39 years of age and median maternal mortality (r = 0.88; 95%CI: 0.51; 1.00, with a determination coefficient R² = 0.78. The correlation between dengue incidence in childbearing-age women and reproductive outcomes in Southeast Brazil suggests that

  2. A relação capacidade inspiratória / capacidade pulmonar total (IC/TLC é preditiva da mortalidade na DPOC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Casanova

    2005-07-01

    Full Text Available Resumo: Foram estudados em dois centros americanos (Flórida e Boston e dois espanhóis (Saragoça e Tenerife 689 doentes entre Dezembro de 1995 e Agosto de 2003, com uma média de estudo de 34 meses.A definição de DPOC foi: exposição tabágica> 20 UMA e FEV1/FVC pós-broncodilatador 25% estavam 58% dos doentes e abaixo de 25% os restantes (42%.A mortalidade nos doentes com IC/TLC 25%.O índice BODE, TM6m, IC/TLC e índice de Charlson foram os melhores preditores de mortalidade global e estes mais a dispneia (MRC para mortalidade de causa respiratória. A relação IC/TLC foi independente do índice BODE como factor preditivo de mortalidade. A correlação entre IC/TLC, MRC e TM6m foi significativa mas não superior à obtida para o FEV1, o que significa que IC/TLC traduz alteração funcional pulmonar, mas de uma forma diferente da do FEV1. Também IC/TLC se correlaciona melhor com o BMI do que FEV1, reflectindo melhor o impacto da gravidade da DPOC.Uma vez que IC/TLC é um excelente parâmetro preditivo de mortalidade, poderá ser esta a explicação para a redução na mortalidade dos doentes que efectuaram cirurgia de redução de volume no estudo NETT.Por último, Celli e o seu grupo propõem que a relação IC/TLC seja designada por «Fracção Inspiratória» por analogia com a “Fracção de Ejecção” utilizada pela cardiologia e de elevado significado clínico.Assim, estes autores recomendam a medição de IC/ /TLC ou Fracção Inspiratória com os outros parâmetros funcionais clássicos para uma avaliação correcta dos doentes com DPOC.

  3. O impacto da obesidade na morbi-mortalidade de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica = Impact of obesity in morbity and mortality of patients submitted to myocardial revascularization surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guaragna, Luciana Parareda

    2008-01-01

    Conclusões: neste estudo a obesidade aumentou o risco das seguintes complicações no pós-operatório de cirurgia de revascularização do miocárdio: mediastinite, tromboembolia pulmonar e síndrome da resposta inflamatória sistêmica. Não houve aumento estatisticamente significativo na mortalidade

  4. The role of vitamin A in reducing child mortality and morbidity and improving growth El papel de la vitamina A en la reducción de la mortalidad y morbilidad infantiles y en la mejoría del crecimiento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    USHA RAMAKRISHNAN

    1998-03-01

    Full Text Available This is an update of knowledge on the role of the vitamin A status in determining child mortality, morbidity and growth. Recent information confirms the earlier conclusion of Beaton et al. that a 23% reduction in young child mortality results following improvements in the vitamin A status. Studies show that the mortality effect is primarily due to reductions in deaths due to acute gastroenteritis and measles but not acute respiratory infections (ARI and malaria. While improvement of the vitamin A status enhances the survival of older preschool children, it remains unclear whether it benefits infants (i.e. La presente es una revisión del conocimiento actual sobre el papel de la vitamina A en la mortalidad, morbilidad y crecimiento infantiles. Recientemente, algunas investigaciones han confirmado la conclusión de Beaton y colaboradores (1993 que indica que se puede reducir la mortalidad infantil en un 23% mejorando el estado de la vitamina A. Se ha demostrado que este efecto se debe a la reducción de la mortalidad por gastroenteritis aguda y sarampión y no por infecciones respiratorias agudas y paludismo. Queda claro que el mejoramiento del estado de la vitamina A favorece la sobrevivencia de los niños prescolares mayores; sin embargo, no se ha definido si también beneficia a los infantes (<6 meses. El suplemento de vitamina A no reduce la incidencia total ni la prevalencia de enfermedades comunes de la niñez; sin embargo, sí reduce la incidencia de episodios graves de diarrea. Asimismo, tal suplementación, ya sea durante o inmediatamente después de la enfermedad, no mejora la sintomatología. Finalmente, en contra de lo esperado, estudios recientes con asignación aleatoria a grupos que reciben vitamina A o un placebo indican que la vitamina A no mejora el crecimiento de los niños.

  5. Educação infantil na rede municipal de ensino de São Luiz Gonzaga no período de 1980-2008

    OpenAIRE

    Medeiros, Sonia Teresinha Vieira de

    2009-01-01

    O estudo tem como objetivo investigar a trajetória das políticas públicas educacionais com ênfase na Educação Infantil na cidade de São Luiz Gonzaga, detectando características circunstancias determinantes e/ou limitantes de uma ação educativa a serviço da cidadania. Tendo como base empírica o depoimento de sujeitos que atuaram no campo da Educação Infantil no município, bem como documentos oficiais normativos emanados das esferas federal, estadual e local, o estudo busca compreender como o m...

  6. Tendência temporal da mortalidade por homicídios na cidade de São Paulo, Brasil, 1979-1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Barradas Barata

    Full Text Available Estudou-se a tendência da mortalidade por homicídios segundo sexo e idade na cidade de São Paulo entre 1979 e 1994, utilizando modelos de ajuste de tendência temporal selecionados com base na significância de beta e valor de R², e análise de resíduos pela técnica de box and whisker plot. A mortalidade por homicídios em São Paulo passou de 12,2 óbitos por 100.000 hab. em 1979 para 34,2 em 1994, apresentando crescimento linear de 1,17 ao ano. O mesmo comportamento é observado em ambos os sexos, embora as taxas para os homens sejam cerca de 14 vezes maiores, denotando a deterioração das condições de vida urbana. Tanto os menores de dez anos como os maiores de 60 anos apresentam taxas constantes no período em valores relativamente baixos. O grupo de 10 a 19 anos apresenta crescimento das taxas segundo o modelo multiplicativo (incrementos 132,55. Os adultos jovens de 20 a 39 anos apresentam taxas crescentes durante todo o período, segundo o modelo linear, enquanto os adultos de 40 a 59 anos apresentam crescimento segundo o modelo recíproco. Observa-se, assim, que cada grupo de idade e sexo apresenta tendência temporal peculiar no período considerado.

  7. Tendência da mortalidade por suicídio na população brasileira e idosa, 1980-2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a mortalidade por suicídio no Brasil, com destaque para a população idosa. MÉTODOS: Análise temporal e estudo de tendência por regressão polinomial de suicídios na população acima de dez anos no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro de 1980 a 2006. Os dados foram extraídos do Sistema de Informações sobre Mortalidade e as taxas, calculadas segundo sexo e faixa etária, considerando-se a população residente fornecida pelo Datasus por 100 mil habitantes. Para os anos de 1980 a 1995, utilizou-se a nona revisão da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, e para 1996 a 2006, a décima revisão. RESULTADOS: Crescimento significativo foi observado nas taxas de suicídio na população brasileira e no Rio de Janeiro (5,7 e 3,1 para cada 100 mil habitantes, respectivamente em 2006. Esse incremento ocorreu pelo aumento dos suicídios na população masculina em todas as idades. A curva crescente aconteceu principalmente entre homens maiores de 60 anos. O incremento não foi estatisticamente significativo entre homens e houve decréscimo entre mulheres no Rio de Janeiro. Os principais meios de suicídio utilizados pelos homens foram enforcamento, sufocação, estrangulamento e armas de fogo. Para as mulheres, o enforcamento também ocupou a primeira posição, seguido pela ingestão de substâncias, atiramento ao fogo e precipitação de altura. A elevada taxa de indefinição dos meios ressaltou problemas na qualidade dos dados. CONCLUSÕES: Suicídios são eventos significantes na população masculina, sobretudo entre homens idosos, ao longo do tempo. No Rio de Janeiro, as taxas entre homens idosos também são maiores, mas não estatisticamente significantes. Segundo a Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde, o suicídio é passível de prevenção e existem cuidados preconizados para cada grupo etário.

  8. A pesquisa como prática investigativa na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle ribeiro Cavalcante

    2012-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2013n27p30   Pensar na Educação Infantil e não envolver as crianças num espaço de experimentação, de mudança, de olhares, de conversas, é o momento de refletir sobre a prática e até mesmo sobre o currículo da escola. Envolvê-los nesse espaço de troca de informações é importante tanto para sua formação como atribui um sentido dinâmico, atraente e consolidado para sua aprendizagem. Planejar momentos de discussão, de uma aula diferente, de exposição que trará para dentro da escola, a própria realidade da criança e que dessa mesma maneira fará com que a culminância dessas informações se transformará numa colcha de conhecimento. É inevitável não reconhecer que pequenas experiências tornam-se tão significativas e que farão a grande diferença na vida dos pequenos. Esforçar-se por uma educação de qualidade não requer um palácio de riquezas, é claro que precisamos de recursos, de políticas públicas, e outros atributos que sabemos que fazem uma grande diferença, porém educação pública não é sinônimo de “descaso”, e sim, de oportunidades, de aproveitar essa realidade que precisa de espaço para subsidiar seu futuro e que de uma certa forma ou outra, é vista apenas como um depósito de letras, números, conteúdos. A proposta desse trabalho foi oportunizar que a criança pesquise, analise e descobrir, esse viés que fez com que uma experiência da gelatina, onde era para ser trabalhada água e suas propriedades, transformou-se em uma rica e inusitada aula, buscar articular os ensaios e os saberes dos alunos com os conhecimentos que fazem parte do seu patrimônio cultural, científico, social. Palavras-chave: Educação Infantil; Aprendizagem; Pesquisa.   Abstract   Thinking in Early Childhood Education and do not involve children in a space of experimentation, change, looks, talks, it is time to reflect on the practice and even on the school's curriculum

  9. O brincar e o desenvolvimento das noções espaciais na Educação Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suelene de Rezende e Silva

    2015-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2015n31p15 O presente estudo se propõe a analisar quais noções espaciais um grupo de crianças da Educação Infantil mobiliza e manifesta ao brincar da “Caça ao tesouro”. No processo de elaboração, desenvolvimento e análise das noções espaciais mobilizadas e representadas pelas crianças, reportamo-nos, principalmente, aos estudos de Vygotsky, Leontiev e Wallon. A pesquisa, caracterizada como um estudo de caso qualitativo, foi realizada em uma escola da Rede Municipal de Ensino de Cuiabá- MT, que atende a Educação Infantil e o 1º Ciclo. Sendo desenvolvida em uma turma da Educação Infantil com crianças na faixa etária de cinco anos.  Os dados foram produzidos a partir da observação participante, anotações das pesquisadoras e do registro em vídeo que possibilitou captar o movimento das crianças, as falas, expressões, gestos e emoções. Para fins de análise, os dados foram organizados em um episódio, que, por sua vez, foi dividido em quatro cenas, quais sejam: os conhecimentos prévios manifestos, a primeira leitura do mapa, exploração do mapa coletivamente e a procura ao tesouro. A análise dos dados indica que as crianças mobilizaram noções de posição, direção e sentido e, também, ampliaram sua percepção do espaço.

  10. A Teoria de Benveniste sobre a pessoalidade e seus desdobramentos na enunciação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Temístocles FERREIRA JÚNIOR

    2015-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivamos discutir a teoria de (Benveniste 1988 e 1989 sobre a categoria de pessoa na linguagem e examinar suas implicações na enunciação infantil. Para isso, iremos revisitar a abordagem enunciativa de Benveniste, destacando algumas questões correlacionadas à teoria da pessoalidade. Após isso, buscaremos apresentar dados ilustrativos para discutir a emergência e o funcionamento dos índices de pessoa na fala da criança. O corpus de que dispomos é formado por dados de interação envolvendo três crianças diferentes (e suas respectivas mães em situações naturalísticas, presentes na pesquisa de Ferreira Júnior (2009. As análises dos nossos dados mostram que há mecanismos enunciativos subjacentes à fala da criança que comportam modos de apropriação do sistema da língua e de engajamento do sujeito na relação discursiva com o outro.

  11. Literatura infantil e pedagogia: tendências e enfoques na produção acadêmica contemporânea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Roberto Roberto Kirchof

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão do campo de estudos que articula literatura infantil e pedagogia, com base na análise de 69 artigos publicados em três revistas que focalizam a literatura infantil no Brasil: Leitura: Teoria & Prática; Tigre Albino; Revista Emília. As análises buscam evidenciar as principais questões levantadas, nesses periódicos, no que tange às dimensões pedagógicas da literatura infantil. Antes dos resultados das análises, contudo, o artigo apresenta uma breve retrospectiva histórica das principais questões envolvendo literatura infantil e pedagogia. Os resultados das análises permitiram concluir que a maior parte dos artigos enfatiza a importância da literatura para a formação do sujeito, trazendo propostas e sugestões para que sejam salvaguardadas as dimensões lúdica e artístico-literária da literatura infantil na escola e em outros espaços de formação.

  12. Relatório do estágio curricular supervisionado na Educação Infantil I: Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato

    OpenAIRE

    Ribeiro, Eva Aparecida dos Santos

    2011-01-01

    Este presente artigo é um relato de observação e regência na Educação Infantil, realizado no Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, localizado na Avenida dos jacarandás s/n, no Jardim das Primaveras, Sinop-MT. As observações e as regências foram realizadas no período vespertino, entre os dias 14 de junho à 05 de julho do ano de 2011, totalizando 60 horas de Estágio. Dias antes de iniciar o trabalho no CMEI, foi realizada uma visita para conhecer o ambiente onde iria fazer o es...

  13. A prática pedagógica histórico-crítica na educação infantil e ensino fundamental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Gonçalves Gobbe

    2016-10-01

    Full Text Available O trabalho tem por objetivo mostrar através de resenha a importância dos estudos feitos pela pesquisadora Ana Carolina Galvão Marsiglia. na educação infantil através da Pedagogia Histórico-crítica.

  14. Mortalidad infantil por malformaciones congénitas y condición socioeconómica: el caso de la Argentina Infant mortality due to congenital malformations and socioeconomic status: the case of Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubén A. Bronberg

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relacionar la tasa de mortalidad infantil por malformaciones congénitas (TMIMC y el porcentaje de muertes por malformaciones congénitas (%MMC con las características sociodemográficas y económicas en la Argentina. MÉTODOS: La población estudiada de la Argentina reside en 511 departamentos de 23 provincias, agrupadas en cinco regiones geográficas (Noroeste, Noreste, Centro, Cuyo y Patagonía. Las variables analizadas fueron la TMLMC y el %MMC calculados a partir de los nacimientos y las defunciones del quinquenio 2002-2006. Además, se utilizaron 21 variables del Censo de Población y Vivienda del 2001 (Instituto Nacional de Estadística y Censos de Argentina para construir el Indicador Sociodemográfico y Económico (ISDE mediante el análisis de componentes principales. Se realizaron pruebas de comparación para valorar si aparecían diferencias significativas entre las distintas regiones y las correlaciones entre indicadores, y de estos con la latitud y longitud departamental. RESULTADOS: La TMIMC no presentó correlación significativa con el ISDE ni con las coor denadas geográficas. El %MMC y el ISDE presentaron una correlación positiva significativa (P OBJECTIVE: Compare the infant mortality rate due to congenital malformations ( IMRCM and the percentage of deaths due to congenital malformations (%DCM with sociodemographic and economic characteristics in Argentina. METHODS: The Argentine study population resided in 511 departments of 23 provinces, grouped into five geographic regions (Northwest, Northeast, Central, Cuyo, and Patagonia. The analyzed variables were the IMRCM and the %DCM calculated on the basis of births and deaths during 2002-2006 period. In addition, 21 variables were used from the 2001 Population and Housing Census (National Census and Statistics Institute of Argentina to construct the Sociodemographic and Economic Indicator (SDEI through the analysis of principal components. Comparison tests were

  15. EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela da Costa Britto Pereira Lima

    2017-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de compreender e analisar as repercussões da implementação das leis n°10.639/03 e n°11.645/08 em ações pedagógicas desenvolvidas e registradas em instituições de Educação Infantil numa Rede Municipal de Educação. Desta forma, realizou-se pesquisa qualitativa do tipo bibliográfica e documental. Apresentou-se o percurso histórico e legal da educação infantil e das relações étnico-raciais para analisar sistematizações de projetos institucionais, projetos de trabalho e relatórios mensais das instituições participantes da pesquisa. Os dados analisados mostraram que as instituições têm realizado progressos na promoção da educação das relações étnico-raciais, porém, sinalizam a necessidade de formação para que os profissionais possam qualificar ainda mais as ações pedagógicas realizadas.

  16. Desvios fonológicos na educação infantil Phonological deviations in elementary school

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djakelânia Alves Nunes

    2010-04-01

    Full Text Available TEMA: desvio fonológico na Educação Infantil. PROCEDIMENTOS: analisar a intervenção fonoaudiológica baseada na hierarquia dos traços distintivos e na consciência fonológica em uma população de crianças com desvios fonológicos, estudantes da Educação Infantil. RESULTADOS: com a análise dos dados, verificou-se maior predominância de processos de simplificação de líquidas, simplificação de encontros consonantais e simplificação da consoante final. Ocorreu a intervenção fonoaudiológica, na qual apenas uma criança não conseguiu superar as dificuldades encontradas anteriormente no processo de organização fonológica, apresentando ainda ausência de traço distintivo no sistema. CONCLUSÃO: a intervenção fonoaudiológica fundamentada na hierarquia dos traços distintivos e na consciência fonológica ampliou o inventário fonético e o sistema fonológico dessas crianças, melhorando o contraste entre os fonemas e o desempenho das habilidades de manipulação dos sons da fala, consequentemente, proporcionando a inteligibilidade de fala.BACKGROUND: phonological deviations in elementary school. PROCEDURES: analyzing the phonetic approach based on the ranking of distinctive features and on phonological awareness in a population of children with phonological deviations, students of elementary school. RESULTS: with the analysis of the information, we noted a great predominance simplification of liquids process, simplification of consonant cluster and simplification of final coda. Speech therapy took place, in which a child did not just get to overcome the difficulties found previously in the process of phonological organization, still presenting absence of distinctive trace in the system. CONCLUSION: the phonetic approach to phonological deviation based the ranking of distinctive features and on phonological awareness expanded the phonetic inventory and those children's phonological system, improving the recruiting between

  17. Desigualdades raciais na mortalidade de mulheres adultas no Recife, 2001 a 2003 Racial inequality in the mortality of adult women in Recife, 2001-2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sony Maria dos Santos

    2007-08-01

    Full Text Available As desigualdades raciais, resultantes dos efeitos da exclusão social, são influenciadas pela prática de preconceitos e discriminações. O termo raça pode ser entendido como identidade coletiva ou consciência política que constrói uma auto-estima socialmente positiva. Objetivou-se caracterizar desigualdades raciais na mortalidade de mulheres adultas negras e brancas, residentes em Recife, entre 2001 e 2003. No estudo, tipo transversal, incluíram-se 2.943 óbitos de mulheres de 20 a 59 anos, captados no Sistema de Informação sobre Mortalidade, com raça/cor branca e negra (preta + parda, analisando-se a mortalidade proporcional, coeficientes de mortalidade e razões de taxas. O risco de morte de negras foi 1,7 vezes superior ao de brancas. Entre as negras identificou-se maior risco de morte em todas as faixas etárias e maior proporção de óbitos em hospitais do SUS, de mulheres sem companheiro e que exerciam serviços/atividades domésticas. Quanto às causas básicas, observaram-se maiores coeficientes de mortalidade em todos os capítulos e causas específicas, exceto por neoplasias na faixa de 20 a 29 anos e por câncer de mama nas faixas de 30 a 39 e 50 a 59 anos. Entre negras e brancas, quanto menor a idade, maior a desigualdade do risco de morte por causas externas. Em negras, ressalta-se o maior risco de morte por homicídios; acidentes de transporte; doenças isquêmicas do coração, cerebrovasculares e hipertensivas; diabetes e tuberculose. Os achados revelam iniqüidades na saúde das mulheres negras, decorrentes da violação de direitos que dificultam a ascensão social e o acesso a condições dignas de saúde.Racial inequalities are effects of social exclusion, being influenced by prejudice and discrimination. The term race is used here meaning group identity or political perception of sharing a particular racial heritage, which builds a positive social self-esteem. The study aimed to characterize the mortality pattern

  18. Desigualdades socioeconômicas na baixa estatura infantil: a experiência brasileira, 1974-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    2013-01-01

    Full Text Available O artigo pretente avaliar tendências da prevalência e da distribuição social da baixa estatura infantil no Brasil para calcular o efeito da renda e de políticas de redistribuição de serviços básicos implementadas recentemente no país. A prevalência de baixa estatura (escore z de altura para a idade abaixo de -2, utilizando-se os Padrões de Crescimento Infantil da Organização Mundial da Saúde em crianças menores de cinco anos foi calculada a partir de dados coletados durante pesquisas domiciliares de abrangência nacional realizadas no Brasil em 1974-1975 (n = 34.409, 1989 (n = 7.374, 1996 (n = 4.149 e 2006-07 (n = 4.414. As desigualdades socioeconômicas absoluta e relativa na baixa estatura foram medidas através do coeficiente angular de desigualdade e do índice de concentração de desigualdade, respectivamente. Durante um período de 33 anos, documentamos um declínio constante na prevalência nacional de baixa estatura, de 37,1% para 7,1%. A prevalência diminuiu de 59,0% para 11,2% no quinto mais pobre e de 12,1% para 3,3% no quinto mais rico. O declínio foi particularmente acentuado nos dez últimos anos do período (1996 a 2007, quando as diferenças entre as famílias pobres e ricas que possuíam crianças menores de cinco anos também diminuíram em termos de poder aquisitivo; acesso a educação, assistência médica e serviços de água e saneamento; e indicadores de saúde reprodutiva. No Brasil, o desenvolvimento socioeconômico, aliado a políticas públicas visando à igualdade, tem sido acompanhados por significativas melhorias das condições de vida e por um declínio substancial da desnutrição infantil, assim como por uma redução da diferença de estado nutricional entre crianças nos quintos socioeconômicos mais altos e mais baixos. Estudos futuros mostrarão se esses ganhos serão mantidos durante a atual crise econômica global.

  19. Quem aprende na Educação Infantil? a escola ensinando a ser boa-mãe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Prezzi Fernandes

    2006-01-01

    Full Text Available Esta pesquisa se propôs a problematizar, através dos Estudos de Gênero e Culturais Pós-Estruturalistas, as relações entre professoras e mães de alunos na Educação Infantil. Entende-se que os discursos da pedagogia, da medicina e da psicologia do desenvolvimento, que fundamentam a formação docente, instituem não só posições de sujeito e identidades de professor/a e aluno/a mas, também, determinadas formas de exercício da maternidade. A partir da análise cultural se problematizam alguns ensinamentos sobre maternidade que tanto são produzidos nas relações escolares, como ao mesmo tempo são configurados. Foi observada uma turma de Educação Infantil, atentando para as práticas discursivas que permeiam as relações entre mães e professora, materializadas através dos bilhetes de agenda e dos contatos na entrada e saída da aula, bem como aquelas que delimitam e atravessam as práticas pedagógicas desenvolvidas, sobretudo na semana do dia das mães. Apesar da ênfase atualmente atribuída à participação da família-mãe na escola, estas são chamadas apenas em momentos definidos e delimitados pela escola e pela professora. De fato, a participação da instituição escolar na valoração e legitimação de determinadas formas de exercício da maternidade é bastante intensa, pois a representação de boa-mãe é definida em sutis falas do cotidiano escolar, onde cenas familiares são suscitadas. Entendendo que essas relações têm efeitos pedagógicos importantes pode se observar que, por um lado elas educam as mães das crianças para exercerem uma maternidade definida como aceitável pela instituição, ao mesmo tempo em que ensinam às crianças como suas mães devem ser. Palavras-chave: Produção de Maternidade. Escolas Infantis. Relação Mães/ Educadoras.

  20. Valor preditivo da frequência cardíaca em repouso do teste ergométrico na mortalidade Valor predictivo de la frecuencia cardíaca en reposo del test ergométrico en la mortalidad Predictive value of resting heart rate for cardiovascular and all-cause mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Eilert Fagundes

    2010-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A frequência cardíaca em repouso (cuja média está entre 60 e 80 bpm é uma das mais simples variáveis cardiovasculares e tem sido considerada como um preditor de mortalidade cardiovascular e geral. OBJETIVO: Avaliar o valor preditivo da frequência cardíaca em repouso (FCR, antes do teste ergométrico (TE, na mortalidade cardiovascular (CV e geral. MÉTODOS: Estudo de caso-controle, que utilizou informações contidas nos bancos de dados do laboratório de ergometria de um hospital especializado em cardiologia e os registros de óbitos da Secretaria da Saúde em uma cidade do sul do Brasil, de janeiro de 1995 a junho de 2007. Foram analisados 7.055 pacientes, sendo 1.645 (23,3% do grupo caso (óbitos e 5.410 (76,7% do grupo controle (vivos. Foi calculado o ponto de corte da FCR para mortalidade, através da curva ROC e realizada a análise multivariada para as variáveis selecionadas. Os desfechos foram mortalidade CV e geral. RESULTADOS: A incidência de mortalidade CV foi de 674 casos (9,5%; a FCR > 78 bpm foi o ponto de corte. Após ajustado para as variáveis selecionadas, o odds ratio (OR para FCR > 78 bpm foi de 3,5 (IC 95% = 2,9 - 4,2 para mortalidade CV e 3,6 (IC 95% = 3,2 - 4,0 para mortalidade geral. CONCLUSÃO: A FCR > 78 bpm é um preditor independente de mortalidade cardiovascular e geral.FUNDAMENTO: La frecuencia cardíaca en reposo (cuya media está entre 60 y 80 lpm es una de las más simples variables cardiovasculares y ha sido considerada como un predictor de mortalidad cardiovascular y general.' OBJETIVO: Evaluar el valor predictivo de la frecuencia cardíaca en reposo (FCR, antes del test ergométrico (TE, en la mortalidad cardiovascular (CV y general. MÉTODOS: Estudio de caso-control, que utilizó informaciones contenidas en los bancos de datos del laboratorio de ergometría de un hospital especializado en cardiología y los registros de óbitos de la Secretaría de Salud en una ciudad del sur del Brasil

  1. O jogo e sua utilização psicopedagógica na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José de Andrade Medeiros

    2016-04-01

    Full Text Available As instituições de educação infantil são capazes de oferecer às crianças condições para a aprendizagem ocorra tanto nas brincadeiras como aquelas advindas de situações pedagógicas intencionais ou orientadas pelos adultos. No entanto, essas aprendizagens, de natureza diversa, ocorrem de maneira integrada no processo de desenvolvimento infantil. O presente artigo tem por objetivo central identificar a importância da utilização psicopedagógica do jogo na Educação Infantil. Os jogos correspondem às atividades lúdicas, intelectuais e afetivas. E, por serem atividades ricas e de grandes efeitos, eles estimulam a vida social, permitindo que as crianças estabeleçam relações de trocas de aprendizagens, constituindo-se métodos de ensino capazes de estimularem as habilidades nos processos de construção do conhecimento. Os jogos são excelentes recursos pedagógicos que o professor pode utilizar no processo ensino aprendizagem. Eles contribuem e enriquecem o desenvolvimento intelectual e social do educando. Tais recursos podem ser utilizados/trabalhados em todas as disciplinas. Contudo, exige-se que sejam adaptados aos conteúdos, à faixa etária e ao contexto, no qual estão inseridos os alunos. No presente artigo, procurou-se demonstrar que os jogos são recursos indispensáveis para o desenvolvimento do processo de ensino aprendizagem na educação infantil, pois os mesmo contribuem para o desenvolvimento cognitivo da criança. No que diz respeito à sua utilização numa intervenção psicopedagógica, esta pode ser tanto para a identificação da dificuldade de aprendizagem, quanto para o trabalho de superação dessa dificuldade, podendo assim, assumir um caráter preventivo ou curativo. The game and its psychopedagogic use in early childhood educationAbstract: The educational institutions are able to provide children with conditions for learning to occur in both those games as pedagogical situations arising from

  2. Valor preditivo dos escores de SNAP e SNAP-PE na mortalidade neonatal Predictive value of SNAP and SNAP-PE for neonatal mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita C. Silveira

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar os escores SNAP e SNAP-PE como preditores de mortalidade neonatal na nossa UTI neonatal, comparando seus resultados. MÉTODOS: todos os recém-nascidos admitidos na UTI neonatal no período de março de 1997 a dezembro de 1998 foram avaliados prospectivamente quanto ao SNAP e SNAP-PE com 24 horas de vida. Foram critérios de exclusão o óbito ou alta da UTI nas primeiras 24 horas de vida, as malformações congênitas incompatíveis com a vida, e recém-nascidos transferidos de outros hospitais. RESULTADOS: 553 recém-nascidos foram incluídos, 54 faleceram. Os valores das medianas do SNAP e SNAP-PE foram mais elevados naqueles que não sobreviveram. Os recém-nascidos foram divididos em cinco faixas de gravidade crescente de SNAP e SNAP-PE. SNAP: até 6, 7-11, 12-15, 16-24, acima de 24 (mortalidade: 3%, 11%, 29%, 48%, 75%, respectivamente. SNAP-PE: até 11, 12-23, 24-32, 33-50, acima de 50 (mortalidade: 3%, 10%, 53%, 78%, 83%, respectivamente. A partir da Curva ROC, os pontos de corte foram 12 para SNAP e 24 para SNAP-PE, obtendo-se sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP e valor preditivo negativo (VPN para mortalidade. SNAP 12: sensibilidade 79,6%, especificidade 71,7%, VPP 23,4%, VPN 97%. SNAP-PE 24: sensibilidade 79,6%, especificidade 80%, VPP 30%, VPN 97,3%. A área abaixo da Curva ROC (Az para SNAP foi 81,4% e para SNAP-PE 85,1%, ambas estatisticamente significativas. A comparação entre as áreas das duas curvas não evidenciou diferença estatisticamente significativa. CONCLUSÕES: os escores SNAP e SNAP-PE são excelentes preditores de sobrevida neonatal, recomendamos sua utilização rotineiramente na admissão de recém-nascidos nas Unidades de Tratamento Intensivo Neonatal.OBJECTIVE: to evaluate the Score for Neonatal Acute Physiology and the Score for Neonatal Acute Physiology Perinatal Extension as neonatal mortality predictors in our neonatal intensive care unit, and to compare their

  3. O infantil na constituição subjetiva: restos, escrita e narrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Germano Quintanilha Costa

    2015-12-01

    Full Text Available O artigo descreve as trilhas do processo de constituição do psiquismo, como processo de inscrição de traços e da construção de um registro. Para tanto são introduzidos alguns aspectos fundamentais da teoria de Lacan: a falta do objeto, o traço, a letra, o significante, a repetição e o gozo. O objetivo principal é demonstrar que no campo da letra, no litoral entre o significante e o gozo, é possível delimitar com maior precisão o real estatuto da noção de infantil para a teoria e para a clínica psicanalítica, distinguindo-o, simultaneamente, da noção de infância.

  4. Determinantes sociais e biológicos da mortalidade infantil em coorte de base populacional em Passo Fundo, Rio Grande do Sul Social and biological determinants of infant mortality in population cohort in the city of Passo Fundo, Rio Grande do Sul State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Teresinha Consalter Geib

    2010-03-01

    Full Text Available Investigaram-se os determinantes sociais e biológicos da mortalidade infantil de coorte de base populacional com 2.331 nascidos vivos em Passo Fundo (RS entre fevereiro de 2003 e janeiro de 2004, incluindo os 56 óbitos infantis. Os dados referentes aos óbitos foram acrescidos ao banco de dados da coorte de nascimento, que continha as variáveis sociais e biológicas obtidas nas declarações de nascidos vivos e em entrevistas domiciliares. O coeficiente de mortalidade infantil foi de 22,8%. Análises bivariadas e multivariada com regressão logística e modelo hierarquizado mostraram associados ao óbito infantil: escolaridade materna inferior a oito anos (RR= 5,7; IC 95%: 1,92- 16,75, antecedente de filhos mortos (RR= 3,7 (IC 95%: 1,07-12,10; baixo peso ao nascer, com RR= 6,7 (IC 95%: 2,07-21,65 a 79,7 (IC 95%:14,36-441,92 para nascidos de baixo peso e de muito baixo peso, respectivamente; escores de Apgar One investigated the social and biological determinants of infant mortality of a population cohort of 2,331 live births in the period February 2003 to January 2004, in the city of Passo Fundo, Rio Grande do Sul State, including 56 infant deaths. The databank of deaths had been increased to the databank of the birth cohort, which contained the social and biological variables obtained from live birth certificates and with home interviews. The coefficient of infant mortality of this cohort was 22.8%. Multivariate analyses with logistic regression and hierarchic model had shown that the following aspects were significantly associated with infant death: maternal educational level lower than eight years (RR= 5.7; IC 95%: 1.92- 16.75, antecedent of dead children (RR= 3.7 (IC 95%: 1.07-12.10; low birth weight, with RR= 6.7 (IC 95%: 2.07-21.65 to 79.7 (IC 95%:14.36-441.92 for infants of low birth weight and weighing less than 1500g, respectively; Apgar scores < 7 (RR=8.7; IC 95%: 2.85-26.32 and absence of breastfeeding (RR=15.75; IC 95%: 6

  5. The APACHE II measured on patients' discharge from the Intensive Care Unit in the prediction of mortality APACHE II medido en la salida de los pacientes de la Unidad de Terapia Intensiva en la previsión de la mortalidad APACHE II medido na saída dos pacientes da Unidade de Terapia Intensiva na previsão da mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Gonzaga dos Santos Cardoso

    2013-06-01

    calibración, el análisis de la regresión linear demostró que el valor de R2 fue estadísticamente significativo. CONCLUSÍON: el AII-SALIDA fue capaz de predecir la mortalidad después de la salida de la UTI, siendo la observada discretamente mayor que la prevista, demostrando buena discriminación y buena calibración. Este sistema demostró ser útil para estratificar los pacientes con mayor riesgo de muerte después de la salida de la UTI. Este hecho merece especial atención de los profesionales de la salud, particularmente de los enfermeros, en la gestión de recursos humanos y tecnológicos para este grupo de pacientes. OBJETIVO: analisar o desempenho do Acute Physiology and Chronic Health Evaluation, medido com base nos dados das últimas 24 horas de internação na Unidade de Terapia Intensiva, nos pacientes com transferência para as enfermarias. MÉTODO: estudo observacional, prospectivo e quantitativo com dados de 355 pacientes, admitidos na Unidade de Terapia Intensiva entre janeiro e julho de 2010 que foram transferidos para as enfermarias. RESULTADOS: o poder discriminatório do índice prognóstico AII-SAÍDA demonstrou área sob a curva ROC estatisticamente significante. A mortalidade observada na amostra foi discretamente maior que a prevista pelo AII-SAÍDA, com Razão de Mortalidade Padronizada de 1,12. Na curva de calibração, a análise da regressão linear demonstrou que o valor de R2 foi estatisticamente significante. CONCLUSÃO: o AII-SAÍDA foi capaz de prever a mortalidade, após a saída da Unidade de Terapia Intensiva, sendo a observada discretamente maior que a prevista, demonstrando boa discriminação e boa calibração. Esse sistema demonstrou ser útil para estratificar os pacientes com maior risco de óbito, após a saída da Unidade de Terapia Intensiva. Tal fato merece especial atenção dos profissionais de saúde, particularmente dos enfermeiros, na gestão de recursos humanos e tecnológicos para esse grupo de pacientes.

  6. Vacina contra o vírus da influenza e mortalidade por doenças cardiovasculares na cidade de São Paulo Vacuna contra el virus de la Influenza y mortalidad por enfermedades cardiovasculares en la Ciudad de São Paulo Vaccination against the influenza virus and mortality due to cardiovascular diseases in the city of Sao Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio de Padua Mansur

    2009-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A influência da vacinação contra o vírus da gripe na mortalidade por doenças cardiovasculares (DCV é controversa. OBJETIVO: Analisar a mortalidade por DCV antes e depois do início da vacinação contra a gripe na cidade de São Paulo. MÉTODOS: Analisou-se a mortalidade por doenças isquêmicas do coração (DIC, doenças cerebrovasculares (DCbV e por causas externas (CE na população da região metropolitana de São Paulo com idade > 60 anos, antes e depois do programa de vacinação contra a gripe. As estimativas da população e os dados de mortalidade foram, respectivamente, obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE; www.ibge.gov.br e do Ministério da Saúde (www.datasus.gov.br para o período entre 1980 e 2006. O risco de morte foi ajustado pelo método direto, em que se utilizou a população padrão (mundial referente a 1960. RESULTADOS: As comparações entre as inclinações das linhas de regressão foram semelhantes para as DCbV (p = 0,931 e CE (p = 0,941, porém, para as DIC (p = 0,022, observou-se significativa redução da linha do período pós-vacina quando comparada com a linha do período pré-vacina. Mudança na tendência da mortalidade após 1996 foi significativa somente para as DIC (p = 0,022, permanecendo inalterada para as DCbV (p = 0,931 e CE (p = 0,941. CONCLUSÃO: A vacinação contra a gripe associou-se a significativa redução da mortalidade por DIC.FUNDAMENTO: La influencia de la vacunación contra el virus de la gripe en la mortalidad por enfermedades cardiovasculares (ECV es controvertida. OBJETIVO: Analizar la mortalidad por ECV antes y después del inicio de la vacunación contra la gripe en la ciudad de São Paulo. MÉTODOS: Se analizó la mortalidad por enfermedades isquémicas del corazón (EIC, enfermedades cerebrovasculares (ECbV y por causas externas (CE en la población de la región metropolitana de São Paulo con edad > 60 años, antes y después del

  7. Desenho infantil na escola: a significação do mundo por crianças de quatro e cinco anos

    OpenAIRE

    Adriana Torres Maximo Monteiro

    2013-01-01

    No contexto da educação infantil, a presente pesquisa teve como objetivo buscar referenciais advindos da Psicologia Histórico-cultural e da Sociologia da Infância para a compreensão e análise do desenho infantil, para além do olhar etapista. Tais referenciais orientaram na captura, descrição e analise do que acontece com as crianças e seus desenhos, quando desenham juntos na escola. A análise microgenética permitiu delimitar um estudo de caso que destaca a voz e a participação das crianças de...

  8. A Educação Bilíngue e o Acesso à Língua Brasileira de Sinais na Educação Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulcéria Tartuci

    2016-10-01

    Full Text Available Ao considerarmos que mais de 90% das crianças surdas brasileiras têm pais ouvintes e que o acesso à Libras ocorre tardiamente é que este artigo teve por objetivo discutir a importância da educação bilíngue para as crianças surdas e o acesso à Língua brasileira de sinais – Libras na educação infantil. As análises apontaram que a produção acadêmica sobre esse tema é escassa no Brasil, inclusive nos Grupos de Trabalho que respaldam pesquisas sobre a educação infantil e educação especial, ressaltaram como meta a educação bilíngue no contexto escolar do aluno surdo, mas que essa prerrogativa não vem se efetivando amplamente na educação infantil. Além disso, apontaram a complexidade envolvida no aprendizado da Libras e no ensino da Língua portuguesa escrita, como segunda língua; a falta de acesso ao mundo letrado por meio de suportes que considere a perspectiva bilíngue e a demanda por professores surdos e ouvintes com domínio da Libras. ResumoAo considerarmos que mais de 90% das crianças surdas brasileiras têm pais ouvintes e que o acesso à Libras ocorre tardiamente é que este artigo teve por objetivo discutir a importância da educação bilíngue para as crianças surdas e o acesso à Língua brasileira de sinais – Libras na educação infantil. As análises apontaram que a produção acadêmica sobre esse tema é escassa no Brasil, inclusive nos Grupos de Trabalho que respaldam pesquisas sobre a educação infantil e educação especial, ressaltaram como meta a educação bilíngue no contexto escolar do aluno surdo, mas que essa prerrogativa não vem se efetivando amplamente na educação infantil. Além disso, apontaram a complexidade envolvida no aprendizado da Libras e no ensino da Língua portuguesa escrita, como segunda língua; a falta de acesso ao mundo letrado por meio de suportes que considere a perspectiva bilíngue e a demanda por professores surdos e ouvintes com domínio da Libras. 

  9. Ambiente pedagógico na educação infantil e a contribuição da psicologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Rosa Picanço Moreira

    Full Text Available Resumo Este artigo objetiva discutir o conceito de Ambiente Pedagógico na educação infantil, baseado na perspectiva histórico-cultural, abordando sua dimensão relacional e processual. Interessa-nos pensar o espaço/ambiente, sobretudo como processo pedagógico e não como fator externo às ações dos indivíduos (crianças e educadores/professores. Para isso, dialogamos com Vigotski e Wallon, que consideram o ambiente um elemento fortemente relacionado ao desenvolvimento infantil, visto que varia em função da idade, dos estados afetivos e das motivações dos indivíduos. O conceito de vivência possibilita-nos compreender o ambiente como elemento produzido na relação com cada indivíduo, mediante sua interpretação e percepção. Abordamos alguns estudos da Psicologia Ambiental que tratam da relação entre os aspectos físicos do ambiente e desenvolvimento infantil para pensar a organização dos espaços institucionais infantis. Incluímos algumas contribuições da cidade italiana de Reggio Emilia sobre as experiências de organização espacial para a infância.

  10. Educação Física na educação infantil: produção de saberes no cotidiano escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André da Silva Mello

    2014-04-01

    Full Text Available Analisa os desafios e as possibilidades da intervenção pedagógica de dois professores de Educação Física na etapa inicial da Educação Infantil (seis meses a três anos em dois Centros Municipais de Educação de Vitória (CMEIs. Adota os Estudos com o Cotidiano como pressuposto teórico-metodológico e utiliza como fontes as narrativas dos professores e das estagiárias,2 que foram sistematizadas em portfólios. A análise dos dados indica que os desafios da intervenção estão relacionados com as especificidades do comportamento infantil e com as rotinas estabelecidas nos CMEIs. Quanto às possibilidades de ensino, sobressaem práticas pedagógicas que concebem a criança como "sujeito de direitos" e a centralidade da brincadeira e do jogo na prática pedagógica da Educação Física na Educação Infantil.

  11. Metátese na linguagem infantil: “porfessora” é bom, “professora” é melhor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa M. Lima

    2013-12-01

    Full Text Available A leitura e a escrita são ensinadas a crianças cuja linguagem oral contém ainda, muitas vezes, desvios subtis. A metátese é um desses desvios, consistindo na troca da ordem de fonemas na palavra, tal como acontece em “corcodilo”. Analisámos a presença da metátese na linguagem infantil. Num primeiro estudo, investigámos a aquisição da linguagem oral dos 3 aos 7 anos de idade. A metátese mostrou um peso crescente ao longo da idade. Num segundo estudo, analisámos o desempenho de crianças do 4º ano na deteção auditiva e visual da metátese, e na escrita de palavras passíveis de induzir a metátese. A deteção visual da metátese foi inferior ao nível do acaso. Na escrita de palavras, a metátese deu conta de 69% a 75% dos erros observados. Os resultados sugerem que a metátese constitui um processo indicador de domínio da linguagem oral, revelando formas de gestão de estruturas silábicas complexas. Contudo, essas formas de gestão podem cristalizar-se durante o primeiro ciclo, afetando negativamente a aquisição da linguagem escrita. Children often learn to read and write when their oral language is still marked by subtle errors. Metathesis is one such error. It is a phonological process whereby the order of phonemes is interchanged in the word, such as “corcodilo” instead of “crocodilo”. We investigated metathesis in child language. In a first study, we investigated spoken language acquisition from 3 to7 and half years of age. Metathesis increased with age. In a second study, we analysed the performance of children attending the 4th grade, in auditory and visual detection of metathesis, as well as in spelling words prone to metathesis. Performance in the visual detection of metathesis was significantly below chance. In word spelling tasks, metathesis accounted for 69% to 75% of errors. Results suggest that metathesis indexes some mastery of spoken language, and that it reveals the ability to deal with complex

  12. AUDITORIA DOS REGISTROS NA CONSULTA DE ENFERMAGEM ACOMPANHANDO O CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Bentes Abdon

    2009-01-01

    Full Text Available La auditoría viabiliza el desarrollo de indicadores de asistencia, criterios de evaluación y consecuente creación de nuevos conocimientos. El objetivo fue evaluar la calidad de los registros del examen físico en la consulta de Enfermería, durante el acompañamiento del crecimiento y desarrollo infantil, mediante la aplicación de la auditoría en los historiales médicos. Investigación retrospectiva, de proceso y documental, con planteo cuantitativo, hecha en el Centro de Desarrollo Familiar (CEDEFAM, en noviembre del 2007. Muestra compuesta por 146 historiales iniciados en el año 2006, seleccionados de modo casual y simple. Se analizaron datos referentes a la identificación del cliente y del profesional, estructura del domicilio, presencia de tachaduras y examen físico. Los datos antropométricos, 80% fueron completados de forma correcta, 15% de una manera incompleta, 5% no fueron completados y 0% incorrectos; todos los otros datos estaban abajo de este porcentaje. Se concluye que es necesario explicar a los profesionales y académicos la importancia de rellenar de modo adecuado el historial, ofreciendo alternativas para mejorar la calidad de las anotaciones.

  13. Publicidade infantil: uma análise de táticas persuasivas na TV aberta Advertising to children: an analysis of persuasive tactics on a free channel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Iglesias

    2013-01-01

    Full Text Available Embora haja um forte debate sobre a ética e os efeitos da publicidade veiculada na mídia televisiva, ainda se conhece pouco sobre esses fenômenos em relação ao público infantil. Esta pesquisa teve como objetivo investigar o uso de estratégias persuasivas voltadas para o consumo infantil na mídia, com base na literatura científica de influência em psicologia social. A avaliação de 182 peças publicitárias veiculados nos intervalos comerciais de um programa infantil de elevada audiência da televisão aberta, duas semanas antes do Dia das Crianças, revelou como principais táticas dos anunciantes a definição de um critério de decisão pela criança, simular consenso social, contar história e modelagem social. O trabalho discute as implicações dos resultados para a realidade de consumo infantil no Brasil e para o subsídio de intervenções voltadas para a educação e para a promoção do consumo responsável.Despite a strong debate on the ethics and effects of television advertising, little is known about how these phenomena operate among children as consumers. This research investigated the use of persuasive strategies in advertising to children, based on the psychosocial literature of social influence. An analysis of 182 television advertisements during commercial breaks aired two weeks before Children's Day revealed defining the decision criterion, simmulating social consensus, storytelling, and social modelling as the most frequent tactics used by advertisers. Implications for creating inputs to education in children's consumption in Brazil and the promotion of responsible consumption are discussed.

  14. O impacto da genética na asma infantil Impact of genetics in childhood asthma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo A. Pinto

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar os resultados dos estudos mais importantes e recentes sobre a genética da asma. Estes dados devem auxiliar os clínicos gerais a compreender o impacto da genética sobre este distúrbio complexo e como os genes e polimorfismos influenciam a asma e a atopia. FONTES DOS DADOS: Os dados foram coletados do banco de dados MEDLINE. Os estudos de associação genética foram selecionados do Genetic Association Database, um repositório de estudos de associação genética de doenças e distúrbios complexos organizado pelo National Institutes of Health. SÍNTESE DOS DADOS: Considerando os dados de diversos importantes estudos de gêmeos sobre a genética da asma, a heritabilidade, que mensura a contribuição dos fatores genéticos para a variância da asma, pode ser estimada entre 0,48 e 0,79. Uma grande quantidade de estudos de associação genética tentou identificar genes de susceptibilidade à asma. Os resultados mais replicados nos estudos de associação genética envolvem as cinco regiões do genoma humano a seguir: 5q31-32, 6p21, 11q12-13, 16p11-12, e 20p13. Recentemente, outro gene de susceptibilidade à asma (ORMDL3, considerado determinante crítico para a asma infantil, foi identificado por um estudo genômico de associação. CONCLUSÕES: É possível estimar que a contribuição genética à asma varia entre 48 e 79%. Diversos loci parecem influenciar a susceptibilidade à asma. Os genes localizados no cromossomo 5q (ADRB2, IL13 e IL4 e o gene ORMDL3, no cromossomo 17, identificado recentemente, parecem ser determinantes para a asma infantil. O diagnóstico e a farmacogenética podem ser as primeiras implicações clínicas de estudos extensivos sobre a genética da asma.OBJECTIVE: To present the most important and recent results of studies on asthma genetics. These data may help general physicians understand the impact of genetics on this complex disorder and how genes and polymorphisms influence asthma and atopy

  15. História mensageira... computador mediador -: uma analise semiolingüística do discurso infantil na narrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Axt, Margarete

    1991-01-01

    Full Text Available Ao explorar recursos de programação em linguagem LOGO, criando ambientes informáticos de aprendizagem aplicados ao estudo da Língua Portuguesa, um dos nossos objetivos específicos foi de verificar os seus efeitos sobre a competência discursiva infantil. Um estudo de caso abrangendo 14 narrativas de uma criança com uma história pregressa de dificuldades na área de linguagem, mostrou-nos que, subjacente a idéias pouco desenvolvidas e estratégias verbais primitivas, essas histórias apresentavam estrutura textual e estrutura discursiva. Ao que tudo indica a criança havia sido estimulada, pelas condições desse ambiente particular, a ativar a capacidade de perceber e interpretar regras sócio-lingüísticas do contexto, de modo a produzir uma mensagem singular que tivesse um certo impacto sobre a situação de comunicação

  16. O diário escondido da Serafina: a hipertextualidade na literatura infantil contemporânea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina da Silva Martins

    2015-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2015v11n2p91 Este artigo tem como objetivo analisar as características hipertextuais na literatura infantil. Como corpus de análise, foi escolhido o livro O diário escondido da Serafina. Partiu-se do conceito desenvolvido por Neitzel (2009 de que uma obra hipertextual é aquela que apresenta quatro princípios que cooperam para a sua textualidade múltipla: reversibilidade, rede e nós, interação e engastes. Como resultado, indica-se que os aspectos gráficos (layout do livro analisado permitem a quebra da linearidade do texto e colaboram para ampliar as possibilidades de entrada do leitor nas suas malhas. Além disso, a grande quantidade de textos espraiados no interior da narrativa também auxilia a produtividade propondo diálogos entre diversos textos, apontando para a construção de um texto plural.

  17. Os jogos de linguagem no discurso infantil: implicações na constituição do letramento oral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neilson Alves de Medeiros

    Full Text Available O presente trabalho objetiva discutir o papel que os jogos de linguagem possuem no desenvolvimento de gêneros textuais orais, também responsáveis pela inserção da criança em práticas letradas. Para tanto, discutiremos as noções de jogos de linguagem e de gêneros textuais, buscando identificar nesses fenômenos as diversas vias de acesso ao letramento como processo multidimensional. Com isso, adotaremos uma investigação de cunho interpretativista, observando dados referentes a um corpus coletado em sala de aula da Educação Infantil, com crianças na faixa etária de quatro anos de idade. Nossos resultados apontam a presença de jogos de linguagem nos gêneros orais que se apresentam em sala de aula. Isso nos leva a crer que as práticas letradas demandam o uso de jogos de linguagem, uma vez que eles viabilizam a diversidade de formas de utilização da língua.

  18. Evolução da assistência materno-infantil na cidade de São Paulo (1984-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    2000-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução da assistência materno-infantil, com base nas informações extraídas de dois inquéritos domiciliares realizados nos anos de 1984/85 e de 1995/96, na cidade de São Paulo, SP. MÉTODOS: Foram estudadas amostras probabilísticas da população entre zero e 59 meses de idade: 1.016 crianças em 1984/85 e 1.280 crianças em 1995/96. Três componentes da assistência materno-infantil foram investigados: assistência pré-natal, assistência ao parto e ao recém-nascido e assistência de puericultura. RESULTADOS: Aspectos favoráveis da evolução da assistência materno-infantil na cidade de São Paulo foram a manutenção da cobertura universal da assistência hospitalar ao parto, a expansão substancial do alojamento conjunto mãe-filho na maternidade, o aumento no número de consultas de puericultura no primeiro ano de vida e, sobretudo, a universalização da cobertura das vacinas BCG, tríplice e anti-sarampo. Aspectos desfavoráveis foram o progresso muito modesto e claramente insuficiente da assistência pré-natal, a manutenção de quase 50% de cesarianas e a não expansão da puericultura após o primeiro ano de vida. CONCLUSÕES: Estimativas sobre a evolução da assistência materno-infantil no conjunto das áreas urbanas do País em período semelhante confirma e acentua o desempenho insatisfatório da assistência pré-natal na cidade de São Paulo. Comparações favoráveis a São Paulo são registradas apenas quanto a cobertura vacinal. A influência que mudanças na assistência materno-infantil podem ter exercido sobre a evolução de diferentes indicadores do estado de saúde das crianças da cidade é examinada em artigos subseqüentes.

  19. Evolução da assistência materno-infantil na cidade de São Paulo (1984-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Carlos Augusto

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução da assistência materno-infantil, com base nas informações extraídas de dois inquéritos domiciliares realizados nos anos de 1984/85 e de 1995/96, na cidade de São Paulo, SP. MÉTODOS: Foram estudadas amostras probabilísticas da população entre zero e 59 meses de idade: 1.016 crianças em 1984/85 e 1.280 crianças em 1995/96. Três componentes da assistência materno-infantil foram investigados: assistência pré-natal, assistência ao parto e ao recém-nascido e assistência de puericultura. RESULTADOS: Aspectos favoráveis da evolução da assistência materno-infantil na cidade de São Paulo foram a manutenção da cobertura universal da assistência hospitalar ao parto, a expansão substancial do alojamento conjunto mãe-filho na maternidade, o aumento no número de consultas de puericultura no primeiro ano de vida e, sobretudo, a universalização da cobertura das vacinas BCG, tríplice e anti-sarampo. Aspectos desfavoráveis foram o progresso muito modesto e claramente insuficiente da assistência pré-natal, a manutenção de quase 50% de cesarianas e a não expansão da puericultura após o primeiro ano de vida. CONCLUSÕES: Estimativas sobre a evolução da assistência materno-infantil no conjunto das áreas urbanas do País em período semelhante confirma e acentua o desempenho insatisfatório da assistência pré-natal na cidade de São Paulo. Comparações favoráveis a São Paulo são registradas apenas quanto a cobertura vacinal. A influência que mudanças na assistência materno-infantil podem ter exercido sobre a evolução de diferentes indicadores do estado de saúde das crianças da cidade é examinada em artigos subseqüentes.

  20. Comitês de prevenção da mortalidade infantil no Paraná, Brasil: implantação e operacionalização Committees for the prevention of infant mortality in the State of Paraná, Brazil: implementation and operation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nereu Henrique Mansano

    2004-02-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo relatar a experiência de implantação e funcionamento dos Comitês de Prevenção da Mortalidade Infantil no Estado do Paraná, Brasil, apresentando as estratégias de operacionalização, composição e fluxo dos três níveis: estadual, regional e municipal. Para a efetiva implantação dessa proposta, foi necessário preparar profissionais para investigar o óbito infantil e, portanto, foram realizados treinamentos de Multiplicadores para Investigação dos Óbitos Infantis. Em dois anos, os comitês analisaram 50% dos óbitos do Estado. Pretende-se ampliar gradativamente o número de óbitos analisados, bem como dar continuidade ao acompanhamento e à reestruturação dos comitês, visando a obter melhor desempenho, mais agilidade e melhor qualidade dos dados.This article reports on the implementation and operation of committees for the prevention of infant mortality in the State of Paraná, Brazil, with the operational strategies, formation, and relations at three levels: State, regional, and municipal. To implement the committees it was necessary to train professionals to investigate infant deaths. In two years the committees analyzed 50% of the infant deaths occurring in the State. The goal is to increase the number of cases analyzed and to continue to monitor the committees' work, seeking improved performance, agility, and data quality.

  1. A ética e o ensino infantil: o desenvolvimento moral na pré-escola

    OpenAIRE

    Lima, Anne Elen de Oliveira [UNESP

    2003-01-01

    A proposta deste trabalho é apresentar algumas reflexões sobre a ética e a moralidade na formação do indivíduo visando o desenvolvimento moral das crianças em fase pré-escolar. Em vista da globalização e da crise ética que a acompanha, hoje se faz necessário repensar na necessidade do estudo da ética e da moral em sala de aula. Para isto é preciso considerar o caminho percorrido pela ética desde a Antigüidade até a Contemporaneidade, observando os conceitos de Aristóteles, Kant, Piaget e outr...

  2. Uso do Rorschach na investigação do abuso sexual infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Alba Scortegagna

    2012-08-01

    Full Text Available A escolha de métodos apropriados para identificar crianças vítimas de abuso sexual é uma prática necessária no cenário forense. Entre os instrumentos de avaliação psicológica, o Método de Rorschach demonstra especial utilidade para esta finalidade. Visando a ampliar e fundamentar essas ideias, este estudo teve como objetivo verificar a extensão e importância da utilização do Rorschach como instrumento de avaliação psicológica de vítimas de abuso sexual. Para tanto, procedeu-se à busca bibliográfica eletrônica de artigos indexados. Os artigos revisados derivam de estudos desenvolvidos no Brasil, Cuba, Argentina, Chile, Estados Unidos da América e Canadá. Os principais achados atestam a validade do Rorschach em casos de suspeitas de abuso sexual e na investigação das consequências do abuso, e suas possíveis contribuições na área, o que confere ao instrumento propriedades necessárias para responder de forma segura nesse contexto.

  3. Evolução da população e da mortalidade em Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, 1979 a 1997

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomassini Hugo Coelho Barbosa

    2003-01-01

    Full Text Available A análise da série histórica de 1979-1997 permite perceber a evolução demográfica e da mortalidade no Município de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, ao longo dessas décadas. A população apresentou um declínio na velocidade de crescimento, com alteração significativa de sua estrutura etária. Observa-se, na série temporal, o declínio da mortalidade por doenças do aparelho circulatório, a tendência geral de declínio das doenças infecto-parasitárias, com acentuado aumento a partir de 1996, decorrente da mudança de classificação das doenças (CID-9 para CID-10. Quanto à mortalidade infantil, destaca-se o predomínio dos óbitos na faixa neonatal. O desvendar das doenças e agravos dentro dos grandes grupos revela a importância das doenças isquêmicas do coração e doenças cerebrovasculares, dos homicídios, acidentes de transporte e da AIDS.

  4. Orientação familiar e seus efeitos na gagueira infantil Familiar counseling and its effects on childhood stuttering

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Moço Canhetti de Oliveira

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a contribuição da orientação familiar de curto prazo na fluência da fala de crianças com gagueira. MÉTODOS: Participaram 20 díades de crianças com gagueira e familiares. Os procedimentos foram realizados em três etapas: avaliação da fluência, orientações familiares e reavaliação da fluência. A avaliação inicial da fluência foi realizada para caracterizar a tipologia e a frequência das disfluências antes das orientações. A orientação familiar foi realizada em duas sessões, enfatizando os comportamentos verbais e não verbais da família que podem promover a fluência na criança. A reavaliação da fluência ocorreu depois de trinta dias, utilizando-se os mesmos procedimentos da avaliação inicial. Foi aplicado o Teste dos Postos Sinalizados de Wilcoxon, para medir o grau de significância da diferença entre as informações obtidas nas duas fases. RESULTADOS: No que se refere à tipologia, a análise comparativa das duas avaliações mostrou que, dentre os seis tipos de disfluências comuns, quatro diminuíram, e, dentre os seis tipos de disfluências gagas, cinco apresentaram redução. No que se refere à frequência das rupturas, 70% das crianças tiveram uma diminuição na porcentagem de descontinuidade de fala, e 80% no total de rupturas gagas. CONCLUSÃO: A orientação fonoaudiológica realizada com familiares de crianças com gagueira favoreceu a promoção da fluência na fala da criança, mostrando-se relevante na área da fluência infantil.PURPOSE: To determine the contribution of short-term familiar counseling in the speech fluency of children who stutter. METHODS: Participants were 20 dyads of child who stutters and a family member. Procedures were carried out in three stages: assessment of fluency, familiar counseling, and reassessment of fluency. The initial assessment of fluency was performed in order to characterize the type and frequency of disfluencies produced before

  5. Nem só de pão se vive: a voz das mães na obesidade infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Machado Moraes

    2013-01-01

    Full Text Available A obesidade infantil tornou-se uma preocupação mundial e de saúde pública. Sabe-se que existem diversos fatores que predispõem à doença (biológicos, econômicos, pessoais, socioculturais e familiares, porém, nesta pesquisa, o objetivo geral foi compreender os elementos presentes na história familiar de crianças com obesidade. Participaram seis mães e uma avó de crianças, na faixa etária entre oito a dez anos incompletos, que se encontravam em atendimento em um ambulatório de referência para obesidade infantil. Foi utilizada uma entrevista com roteiro previamente estabelecido e, posteriormente, os resultados foram analisados com base na análise de conteúdo temática. Pode-se concluir que as famílias apresentaram falta de coesão acerca das normas alimentares e de limites à criança, conflitos conjugais e familiares e dificuldades em adequar o ambiente às recomendações solicitadas pelos profissionais.

  6. Discursos em movimento: considerações sobre a pedofilia e pornografia infantil na rede = Discourses in movement: considerations about pedophilia and child pornography on the web

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moreira, Vivian Lemes

    2012-01-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como intento discutir a influência das novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC’s, especificamente a rede eletrônica, em torno dos discursos que circulam a respeito da pedofilia e da pornografia infantil; problematizando também as formas de vitimização das crianças e adolescentes no ambiente da rede. A partir do referencial teórico da Análise do discurso de matriz francesa, investigamos as formas de interação do sujeito na web, e analisamos os discursos que circulam sobre a pedofilia e pornografia infantil na rede eletrônica, mais especificamente em fóruns de discussão. Buscamos flagrar na ordem da língua os movimentos e rupturas dos sentidos em torno do tema proposto, no qual também identificamos discursos sobre o comportamento em torno da sexualidade e da criança

  7. \\'Quase\\' como antes: a (des)construção das representações de infância da classe trabalhadora na literatura infantil e juvenil

    OpenAIRE

    Fabiana Valeria da Silva Tavares

    2014-01-01

    Este trabalho visa a apresentar um estudo investigativo do processo de construção e desconstrução das representações da infância da classe trabalhadora na literatura infantil e juvenil inglesa e brasileira. Para tanto, estabelecemos, a priori, no Capítulo I, as bases conceituais de nosso trabalho, bem como tratamos das esferas culturais, econômicas, políticas, ideológicas que propiciaram o surgimento do conceito de infância da classe operária durante a Revolução Industrial, e investigamos de ...

  8. Desigualdades na mortalidade por suicídio entre indígenas e não indígenas no estado do Amazonas, Brasil

    OpenAIRE

    Souza, Maximiliano Loiola Ponte de; Orellana, Jesem Douglas Yamall

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar as taxas e algumas características da mortalidade por suicídio entre indígenas e não indígenas no Amazonas. MÉTODO: Estudo de coorte retrospectiva, em que os dados de óbito foram obtidos no Sistema de Informações sobre Mortalidade e os populacionais no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram utilizados todos os registros de suicídio do período de 2006-2010 e a interpolação geométrica anual para a estimação das subpopulações. RESULTADOS: Ocorreram 688 suicídio...

  9. Desigualdades na mortalidade por suicídio entre indígenas e não indígenas no estado do Amazonas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliano Loiola Ponte de Souza

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as taxas e algumas características da mortalidade por suicídio entre indígenas e não indígenas no Amazonas. MÉTODO: Estudo de coorte retrospectiva, em que os dados de óbito foram obtidos no Sistema de Informações sobre Mortalidade e os populacionais no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram utilizados todos os registros de suicídio do período de 2006-2010 e a interpolação geométrica anual para a estimação das subpopulações. RESULTADOS: Ocorreram 688 suicídios no Amazonas, dos quais 19,0% em indígenas. A taxa ajustada de mortalidade por suicídio (TAMS nos indígenas, de 18,4/100 mil, foi 4,4 vezes superior a dos não indígenas. A TAMS em indígenas aumentou 1,6 vez em 2010 em relação a 2006. Nos municípios de Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira, as TAMS foram muito altas, 75,8 e 41,9/100 mil, respectivamente. CONCLUSÕES: Evidenciou-se o comportamento desigual das taxas de mortalidade por suicídio entre indígenas e não indígenas, expondo não só sua importância local, como também sua invisibilidade como problema de saúde pública, principalmente entre jovens 15 e 24 anos.

  10. Ações de enfermeiros e professores na prevenção e no combate à obesidade infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Dias da Rosa dos Santos

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo fue conocer como enfermeros y profesores contribuyen para prevención y combate a la obesidad infantil. Estudio cualitativo, realizado en 2012, con datos recolectados por entrevistas con tres enfermeros de la Red Básica y ocho profesores de una escuela primaria de un municipio del sur del Brasil. El análisis temático indicó como factores que contribuyen a la obesidad infantil el consumo de alimentos poco saludables y la cultura alimentaria de las familias. Como acciones de prevención y combate al incentivo de la lactancia materna, el proceso educativo de la madre y la utilización de actividades lúdicas que promuevan el aprendizaje del niño sobre la obesidad. Se concluye como importantes acciones conjuntas y sistemáticas entre enfermeros y profesores para enfrentamiento de la obesidad infantil.

  11. Mortalidade materna na cidade de Campinas, no período de 1992 a 1994 Maternal mortality in Campinas, during the period 1992 - 1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Angela Parpinelli

    1999-05-01

    Full Text Available Objetivos: identificar e investigar as causas de mortes maternas ocorridas no município de Campinas, no período de 1992 a 1994. Métodos: foram selecionadas 204 declarações de óbito (DO, cuja causa de morte foi materna declarada e/ou presumível, dentre as 1.032 DO de mulheres de 10 a 49 anos, correspondentes ao total de mortes nesta faixa etária, ocorridas no período. Realizou-se investigação complementar em prontuários hospitalares, nos Serviços de Verificação de Óbito e em domicílios. Resultados: foram confirmadas 20 mortes maternas, o que correspondeu a uma razão de mortalidade materna (RMM de 42,2 mortes por 100.000 nascidos vivos. As causas obstétricas diretas foram responsáveis por 85% dos óbitos (17 casos. As complicações do aborto foram a principal causa de morte (7 casos, seguidas por hemorragias (4 casos, pré-eclâmpsia (3 casos e infecção puerperal (3 casos. Conclusões: apesar do aparente progresso quanto à redução de óbitos maternos por síndromes hipertensivas na gravidez, que constituíam a primeira causa em períodos anteriores, não houve redução da RMM no período estudado. Passaram a predominar, entretanto, as causas relacionadas às complicações do aborto. A maior cobertura e eficiência dos programas de planejamento familiar, além da necessária implantação de real vigilância epidemiológica da morte materna, bem como proteção social mais eficiente à grávida, mãe e recém-nascidos, poderá reduzir a ocorrência de morte materna e, em especial, as decorrentes de aborto.Purpose: to identify and investigate the causes of maternal death that occurred in Campinas from 1992 to 1994. Methods: a total of 204 death certificates (DC whose causes of death were maternal (declared and/or presumed were selected among the 1032 DC's of 10 to 49 year-old women. A complementary investigation was performed consulting hospital records, Death Survey Units, and households. Results: a total of 20 maternal

  12. Estudo prospectivo dos fatores de risco para complicações neurológicas na meningite bacteriana infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sadie Namani

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Análise prospectiva de fatores de prognóstico para complicações neurológicas da meningite bacteriana infantil. MÉTODOS: Este estudo prospectivo recrutou 77 crianças de um mês a 16 anos de idade tratadas de meningite bacteriana durante o período de 1/1/2009 a 31/12/2010. Foram escolhidos 16 preditores relevantes para analisar sua associação com a incidência de complicações neurológicas. Valores P abaixo de 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. RESULTADOS: Das 77 crianças tratadas para meningite bacteriana, desenvolveram-se complicações neurológicas em 33 pacientes (43%, e duas crianças morreram (2,6%. A etiologia dos casos de meningite bacteriana foi comprovada em 57/77 (74% dos casos: foram encontrados 32 isolados de meningococos; 8 de pneumococos; 6 de bacilos gram-negativos; 5 de H. influenzae; 5 de estafilococos e 1 de S. viridans. Os fatores que se mostraram associados a aumento do risco de desenvolvimento de complicações neurológicas foram idade 5.000 células/mm³, pleiocitose > 5.000 células/mm³ depois de 48 horas, baixa relação da glicose no LCS/sangue 48 horas, presença de comorbidade e foco primário de infecção não se associaram a aumento do risco para o desenvolvimento de complicações neurológicas. CONCLUSÃO: Idade inferior a 12 meses e gravidade da apresentação clínica na admissão foram identificadas como os preditores mais fortes de complicações neurológicas e podem ter valor para selecionar pacientes para tratamento mais intensivo.

  13. Professor homem na educação infantil: o olhar de acadêmicos e alunos egressos do curso de pedagogia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Peres Gonçalves

    2015-10-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2015n31p170 O presente estudo tem por objetivo investigar a atuação de professores homens na Educação Infantil com crianças de 0 a 3 anos, segundo a perspectiva de acadêmicos e egressos do curso de Pedagogia, sendo todos representantes do gênero masculino. A pesquisa bibliográfica aborda questões relativas ao conceito de gênero, atuação de homens com crianças e formação docente para atuar na Educação Infantil. A pesquisa de campo, de natureza qualitativa, foi desenvolvida por meio de entrevistas semiestruturadas com 2 graduandos e 2 alunos egressos do curso de Pedagogia. Os resultados indicam que a maioria dos homens tem a concepção de que a mulher leva mais jeito para educar crianças de 0 a 3 anos de idade. Durante a realização dos estágios curriculares os entrevistados perceberam a estranheza por parte das pessoas ao vê-los trabalhando com os bebês das turmas de maternal. Atividades relativas ao banho e higiene pessoal das crianças não foram realizadas por um dos egressos, somente os graduandos é que tiveram essa possibilidade e eles encararam a situação com naturalidade.

  14. Relatório do estágio curricular supervisionado na Educação Infantil I: Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eva Aparecida dos Santos Ribeiro

    2011-12-01

    Full Text Available Este presente artigo é um relato de observação e regência na Educação Infantil, realizado no Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, localizado na Avenida dos jacarandás s/n, no Jardim das Primaveras, Sinop-MT. As observações e as regências foram realizadas no período vespertino, entre os dias 14 de junho à 05 de julho do ano de 2011, totalizando 60 horas de Estágio. Dias antes de iniciar o trabalho no CMEI, foi realizada uma visita para conhecer o ambiente onde iria fazer o estágio, uma breve observação da sala, conhecer a professora regente, conhecer o PPP do CMEI e sua metodologia de trabalho, como são realizados os planejamentos e a realizações dos projetos para melhor desenvolvimento das atividades a ser trabalhadas durante o estágio. A professora regente da turma está desenvolvendo o projeto sobre o Meio Ambiente, Preservação e reciclagem e seres vivos e não vivos, nos passando seu caderno de planejamento para conseguimos dar procedimento no seu trabalho, sempre estando presentes no caso de dúvidas e de ideias para desenvolver as atividades. No primeiro dia, fui apresentada eu aos alunos, e foi proposta uma roda de conversa para a apresentação dos alunos, para conhecê-los melhor, com todos sentados no chão e além de falarem o seu nome, falar se tinham irmãos, com quem morram?, e se gostam da escola e dos amigos ?, incluindo a professora regente da turma, me deixando aberta para suas perguntas e curiosidades, agindo sempre de modo amigável, para que os alunos não achassem que eu estava invadindo o seu espaço, a roda de conversa foi muito agradável. Nos próximos dias de atividades com o planejamento diário sempre de acordo com as necessidades dos alunos. Os alunos se demonstraram entusiasmados e aprenderam muito com as atividades lúdicas, leituras e dinâmicas. O conhecimento adquirido durante o estágio de Educação Infantil foi da importância de ensinar e também aprender, sempre

  15. Câncer de mama: mortalidade crescente na Região Sul do Brasil entre 1980 e 2002 Increase in breast cancer mortality in Southern Brazil from 1980 to 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea T. Cadaval Gonçalves

    2007-08-01

    Full Text Available O câncer de mama é apontado como o tipo de câncer mais prevalente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, observando-se diferenças inter-regionais. Foi realizado um estudo ecológico de série temporal (1980-2002 na Região Sul, com dados anuais do Departamento de Informação e Informática do SUS (DATASUS, para avaliar o comportamento do coeficiente de mortalidade por câncer de mama, padronizado por idade. Utilizou-se regressão linear simples e múltipla para estimar as taxas de mortalidade e as diferenças entre os três Estados. O Rio Grande do Sul parte de um patamar mais elevado e apresenta maior taxa média de mortalidade (14,45, sendo significativamente diferente (p Breast cancer is the most prevalent form of cancer in the world. Breast cancer mortality rates are high in Brazil and show striking variations between geographic regions. A time-trend ecological study was performed in Southern Brazil from 1980 to 2002. Data were collected from the Mortality Information System (Ministry of Health to assess age-standardized mortality rates. Linear regression for mortality time-trend analysis and multiple regression for mortality differences among three States were calculated. The highest mean mortality rate (14.45 was observed in Rio Grande do Sul, significantly greater (p < 0.001 than in Santa Catarina (8.93 and Paraná (9.95. An annual increase of 0.47 in the mortality rate was observed in the three States of Southern Brazil. According to these results, the South of Brazil and especially the State of Rio Grande do Sul showed a significant upward trend in breast cancer mortality. Continued efforts are needed to help explain these numbers and reverse the present situation.

  16. Los determinantes de la mortalidad y las diferencias socioeconómicas de la mortalidad en la infancia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Behm Rosas

    2016-02-01

    Full Text Available PRESENTACIÓN: El texto que se reproduce a continuación, escrito por el Dr. Hugo Behm Rosas, nacido en el año 1913, a inicios de los años noventa, sintetiza lo que fue un largo y prolífico trabajo de análisis de la mortalidad infantil en América Latina. Así lo atestiguan los estudios que publicó desde los inicios de los años sesenta del siglo pasado hasta el primer lustro de este siglo. El texto: Las diferencias socioeconómicas de la mortalidad en la infancia es un capítulo del libro Las desigualdades sociales ante la muerte en América Latina publicado en el año 1992 por el Centro Latinoamericano y Caribeño de Demografía (CELADE de la Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL y la Organización Holandesa para la Cooperación Internacional en Educación Superior. El texto constituye una síntesis de los múltiples estudios sobre diferencias de la mortalidad infantil entre grupos sociales. Las contribuciones del Dr. Behm para entender las diferencias de mortalidad infantil entre distintos grupos sociales fueron muchas. Estas empezaron cuando, como lo narra en el prólogo a una reedición de una de sus primeras publicacionesi, el Dr. Behm dejó la clínica por la salud pública para emprender una investigación sobre las diferencias de mortalidad infantil en Chile. En 1962 publicó Mortalidad infantil y nivel de vida publicado por la Escuela de Salud pública de la Universidad de Chile y recientemente reeditado por la unidad de Patrimonio Cultural de la Salud. A partir de este influyente estudio donde escribe “La mortalidad infantil viene a ser, en consecuencia, un indicador del alto precio que los pueblos pagan por las formas de organización económicamente ineficientes y socialmente injustas que han logrado darse” ii, emprendió muchos otros explorando las desigualdades sociales en la mortalidad infantil. Los últimos estudios los realizó en la subsede de CELADE en Costa Rica donde junto a muchos

  17. CONCEPÇÕES SOBRE A UTILIZAÇÃO DA LITERATURA INFANTIL NA ESCOLA INTEGRAL ENTRE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maryna dos Santos Nascimento

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo buscou compreender as concepções dos docentes sobre a Literatura infantil em uma escola de tempo integral, e ainda como esse gênero literário poderá ser utilizado no espaço escolar para habilitar os alunos a se tornarem bons leitores letrados e emancipados socialmente. Para isso utilizou-se a pesquisa de análises semânticas com educadores do Ensino Fundamental I, onde identificaram que as palavras: aprendizagem, qualidade, disciplina, formação, leitura, estímulo, ludicidade, entre outras, se associam semanticamente e conceitualmente com o tema deste trabalho, ainda percebeu-se que os docentes, compreendem a importância do conhecimento integral na formação do ser humano e que a presença da Literatura infantil na rotina de uma escola de educação em tempo integral contribui de maneira significativa para essa formação objetivada. Palavras-chave: Literatura infantil. Escola integral. Professores. ABSTRACT This article sought to understand the conceptions of teachers on children's literature in a full-time school, and also how this genre can be used at school to enable students to become good readers literate and socially emancipated. For this we used the research of semantic analysis with educators from elementary school , which found that the words : learning, quality, discipline, training, reading, encouragement, playfulness, among others, are associated semantically and conceptually with the theme of this work it was also realized that teachers, understand the importance of full knowledge in the formation of the human being and that the presence of children's literature in the routine of an education full time school contributes significantly to this objectified training. Keywords: Children's Literature. Full school. Teachers. RESUMEN En este artículo buscó comprender las concepciones de los docentes sobre la literatura infantil en una escuela de tiempo completo, así como ese género literario  será capaz de ser

  18. Desenhei aqui Prô, tá bonito? A arte da criança pequena na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela do Céu Ubaiara Brito

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo da pesquisa foi investigar como a linguagem artística é desenvolvida em uma educação que privilegia a ação da criança, seu interesse no âmbito da experiência fundamentada na teoria da participação de Julia Oliveira-Formosinho e nas práticas do teórico John Dewey, na valorização do contexto cultural de Lev Vygotsky. Utilizou-se a metodologia qualitativa, que tem um caráter interpretativo e subjetivo do contexto investigado (NORMAN DENZIN e YVONNA LINCOLN, no âmbito da pesquisa-ação (JOHN ELLIOTT; STEPHEN KEMMIS e TRACEY SMITH no processo de colaboração entre a pesquisadora e a professora que buscaram melhorar a práxis em relação a expressão artística da criança. A investigação teve a duração de dois anos (2010 e 2011 no campo. Os sujeitos da pesquisa foram crianças de 4 e 5 anos de idade e uma professora da rede municipal de educação infantil do Estado de São Paulo. Os resultados identificaram que a linguagem artística desenvolvida no âmbito de uma educação participativa delinearam múltiplas aprendizagens no agrupamento que refletiu uma maior qualidade, pois, as crianças vivenciaram e experienciaram a arte em diversas manifestações na ação prazerosa de vivenciar o seu fazer em diversas construções que podem ser definidas como artes. Ainda, ressalta-se que as atividades na linguagem artística devem ser fruto de um projeto partilhado com o agrupamento infantil, no qual necessita de um educador que possibilite o encorajamento, o incentivo e a autonomia da criança. Palavras-chave: educação infantil; linguagem artística; pesquisa-ação. 

  19. Obesidade infantil: uma reflexão sobre dinâmica familiar numa visão etnográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura de Araújo

    2006-01-01

    Full Text Available Estudo reflexivo que tem como objetivo enfocar a contribuição da Etnografia para o cuidado de Enfermagem relacionado à obesidade infantil numa dinâmica familiar inadequada. O presente artigo aborda a ascensão da obesidade no Brasil, particularmente na população infantil e tenta compreender de que maneira esta doença pode estar vinculada a características familiares como: sedentarismo, hiperfagia, desmame precoce e padrões culturais prejudiciais à saúde. A reflexão ressalta que, nessa compreensão, o enfermeiro pode utilizar a Etnografia, a fim de entender o simbolismo que exerce o alimento na família e suas repercussões na educação alimentar infantil. Conclui-se que a Etnografia aguça a percepção do enfermeiro, podendo facilitar a implantação da educação em saúde nessas famílias onde a adiposidade infantil surge devido uma conjectura propícia para a sua gênese. Dessa forma, a Enfermagem contribui para uma melhoria da qualidade de vida dos obesos e para redução da morbi-mortalidade de patologias associadas à obesidade.

  20. As possibilidades de enfrentamento da violência infantil na consulta de enfermagem sistematizada Posibilidades de enfrentamiento de la violencia infantil en la consulta de enfermería sistematizada Possibilities for addressing child abuse in systematized nursing consultations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maíra Rosa Apostólico

    2013-04-01

    Full Text Available A violência infantil vem crescendo e aos serviços de saúde compete lidar com este fenômeno. A CIPESC® é uma ferramenta sistematizadora do cuidado e pode visibilizar a violência infantil nas consultas de enfermagem. Este estudo buscou identificar os limites e potencialidades da CIPESC® na consulta de enfermagem com crianças vítimas de violência doméstica. Estudo descritivo, qualitativo, tipo estudo de caso, analisou 15 relatos por web-questionário de enfermeiros da atenção básica, da Secretaria Municipal de Curitiba, Paraná, sobre a ocorrência de violência. Embora a CIPESC® tenha mostrado potencialidades, os diagnósticos e intervenções existentes da nomenclatura não foram plenamente acionados pelos pesquisados. Apresentou limites preocupantes no que tange ao reconhecimento das necessidades e vulnerabilidades que envolvem o fenômeno da violência. Conclui-se que é preciso agregar à nomenclatura os atributos referentes à liberdade e autonomia, essenciais para o enfrentamento da violência, além de maneiras de intervir baseadas em evidências.La violencia infantil está en crecimiento, compete a los servicios de salud enfrentar el fenómeno. La CIPESC®, herramienta de sistematización del cuidado, puede visibilizar la violencia infantil en las consultas de enfermería. Se buscó identificar límites y posibilidades de la CIPESC® en consulta de enfermería con niños víctimas de violencia doméstica. Estudio descriptivo, cualitativo, tipo estudio de caso; analizando 15 testimonios por cuestionario-web de enfermeros de atención primaria de la Secretaría Municipal de Curitiba-PA, sobre ocurrencia de violencia. Aunque la CIPESC® haya expresado potencialidades, los diagnósticos e intervenciones existentes en la nomenclatura no fueron plenamente accionados por los entrevistados. Presentó límites preocupantes en lo atinente al reconocimiento de necesidades y vulnerabilidades que envuelven al fenómeno de la violencia

  1. Repercussão da desnutrição infantil na família Repercusión de la desnutrición infantil en la familia Repercussion of child malnutrition in the family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirna Albuquerque Frota

    2005-12-01

    Full Text Available O estado nutricional infantil reflete o consumo alimentar e o estado de saúde, de modo que esses fatores dependem da disponibilidade de alimento no domicílio, da salubridade, do ambiente e do cuidado destinado à criança. Objetivou-se compreender como a família convive com a problemática da desnutrição infantil. Trata-se de estudo qualitativo em que se apresentam percepções e sentimentos obtidos mediante entrevistas semi-estruturadas e observações realizadas com 10 mães de crianças desnutridas, que residem na periferia de Fortaleza - Ceará, Brasil. As categorias temáticas emergidas no discurso transcrito foram desemprego e incerteza do alimento. A síntese das categorias analisadas evidenciou que o agravante da fome é caracterizado frente a uma incerteza da família. Assim, buscam opções de apoio, como o posto de saúde, familiares, igreja e comunidade. Conclui-se sobre a necessidade de priorizar um trabalho preventivo, mediante políticas públicas de saúde, objetivando medidas que perpassem o real mundo da promoção da saúde.El estado nutricional infantil refleja el consumo alimentar y el estado de salud, de modo que eses factores dependen de la disponibilidad de alimento en el domicilio, de la salubridad, del ambiente y del cuidado destinado al niño. El objetivo fue comprender como la familia convive con la problemática de la desnutrición infantil. Se trata de un estudio cualitativo en el que se presentan percepciones y sentimientos obtenidos mediante entrevistas semiestructuradas y observaciones realizadas con 10 madres de niños desnutridos, que residen en la periferia de Fortaleza-Ceará-Brasil. Las categorías temáticas emergidas en el discurso transcrito fueron desempleo e incertidumbre del alimento. La síntesis de las categorías analizadas evidenció que el agravante del hambre es caracterizado por la incertidumbre de la familia. Así, buscan opciones de apoyo, como el puesto de salud, familiares, iglesia y

  2. Mortalidade hospitalar na cirurgia de reconstrução da via de saída do ventrículo direito com homeonxerto pulmonar Hospital mortality in surgery for reconstruction outflow right ventricle with pulmonary homograft

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Weirich Lenzi

    2010-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Mortalidade hospitalar na cirurgia de reconstrução da via de saída do ventrículo direito com homoenxerto pulmonar é variável. OBJETIVOS: Identificar os fatores de risco associados à mortalidade hospitalar e ao perfil clínico dos pacientes. MÉTODOS: Estudo de crianças submetidas à reconstrução da via de saída do ventrículo direito com homoenxerto pulmonar. Analisados como fatores de risco as variáveis clínicas, cirúrgicas e de aspectos morfológicos da prótese. RESULTADOS: Noventa e dois pacientes foram operados entre 1998 e 2005, apresentando principalmente atresia pulmonar com comunicação interventricular e a tetralogia de Fallot. Quarenta pacientes foram atendidos no primeiro mês de vida. Necessitaram de 38 cirurgias de Blalock Taussig devido à gravidade clínica. A idade mediana na cirurgia de correção total foi de 22 meses, variando de 1 mês a 157 meses. O tamanho homoenxerto pulmonar variou de 12 a 26 mm e o tempo de extracorpórea foi 132 ± 37 minutos. Após a cirurgia houve 17 óbitos (18% casos, em média 10,5 ± 7,5 dias após. A causa predominante foi falência de múltiplos órgãos. Na análise univariada entre os tipos de cardiopatia, estas deferiram na idade, momento da cirurgia, tamanho do homoenxerto, valor Z da valva pulmonar, tempo de circulação extracorpórea, manutenção da integridade do homoenxerto e alteração da árvore pulmonar. Não houve diferença estatística com relação à mortalidade hospitalar entre as variáveis e o tipo de cardiopatia. CONCLUSÃO: As cardiopatias obstrutivas do lado direito necessitam de atendimento cirúrgico nos primeiros dias de vida. A cirurgia de correção total apresenta risco de mortalidade de 18%, mas não houve associação com nenhuma variável estudada.BACKGROUND: Hospital mortality for surgical reconstruction of the outflow of the right ventricle with pulmonary homograft is variable. OBJECTIVES: To identify risk factors associated with

  3. Contextos e parceiros do narrar de crianças na escola infantil Contexts and the partners of children's narration in the preschool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Hamann Smith

    2009-01-01

    Full Text Available A narrativa é um aspecto prioritário do desenvolvimento a ser possibilitado na escola infantil, pois envolve a comunicação e a ludicidade, a socialização e a construção da identidade. Este trabalho investiga os contextos e a interlocução na construção de narrativas por crianças na rotina de uma turma de educação infantil. Participaram 14 crianças entre cinco e seis anos e seus educadores. Numa abordagem de tipo etnográfico, registraram-se as narrativas e seus contextos de produção. Verificou-se que as crianças narraram principalmente nos momentos informais, e menos nas oportunidades de fala eliciada e apoiada pela professora. Os resultados sugerem a necessidade de ampliar a escuta, o estímulo e a interlocução entre pares, para promover diferentes gêneros e estilos narrativos em todos os momentos da rotina escolar.Engaging in narratives is an important aspect of young children's development and should be encouraged by the preschool, since it involves communication, playfulness, socialization, and the construction of identity. This study investigates the context of and the conversational exchanges in children's construction of narratives during routine activities in a preschool class. Fourteen five- to six-year-old children and their educators participated in the study, using an ethnographic design to code narratives and their contexts of production. The results showed that children narrated mainly during informal moments, and less in the speaking opportunities elicited and supported by the teacher. The results suggest the need to listen more to the children and to stimulate more conversation among peers, in order to promote different narrative genres and styles during all moments of the school day.

  4. APRENDENDO A SER AFETADO: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Ângelo Coutinho

    Full Text Available RESUMO: O vínculo entre educação científica e educação infantil tem se constituído de modo tímido. Isso porque, muitas vezes, pensa-se equivocadamente que a maneira como a criança pequena interroga e investiga o mundo à sua volta não é apropriada. No entanto, fazendo uso da teoria ator-rede e de sua concepção de aprendizagem, analisamos episódio no qual crianças de 4 e 5 anos estavam engajadas na exploração de pistas deixadas em um jardim de uma Unidade Municipal de Educação Infantil. Nossos achados indicam que as crianças participam ativamente de atividades investigativas e aprendem a ser afetadas pelos elementos constitutivos do espaço designado para a exploração. Além disso, as crianças foram capazes de transformar os objetos tecnológicos disponibilizados em instrumentos científicos. Nossa análise foi possível por romper com uma concepção de aprendizagem como apropriação conceitual. Nesse sentido, procuramos entender a aprendizagem como capacidade de ser afetado e, portanto, como construção de um corpo.

  5. A interação entre escola e família: desenvolvimento das crianças na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sirlene Alkamin Costa

    2015-11-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo a compreensão da organização familiar no processo de desenvolvimento da criança na educação infantil. As investigações possibilitaram conhecer e compreender as relações familiares e seu reflexo no desenvolvimento da criança. Realizou-se análise de referencial teórico, pesquisa de campo, com abordagem qualitativa observações descritivas e entrevistas. Concluiu-se que uma criança precisa do acompanhamento dos adultos e educadores e que não basta à participação dos pais nos momentos de festividades é necessário viver com seus filhos o espaço escolar, como um local que preserva, cuida e alicerça os fazeres da infância enquanto tempo de vida. Palavras-chave: Educação infantil; desenvolvimento da criança; famílias.

  6. Trabalho corporal na educação infantil: afinal, quem deve realizá-lo? Body work in early childhood education: finally who should actually achieve it?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Jorge Saad Guirra

    2010-09-01

    Full Text Available A educação infantil constitui-se no momento em que as crianças internalizam importantes conhecimentos que as auxiliarão para o resto de suas vidas, influenciando na sua formação e em suas práticas. O presente artigo reflete sobre o professor generalista, responsável pelo trabalho corporal, na educação infantil, de quais conhecimentos dispõe para desenvolver tal tarefa e como vê a importância desse trabalho para as crianças; aborda, ainda, segundo pesquisa realizada, a possível necessidade de um professor especialista na área para trabalhar o movimento e faz um questionamento sobre a preparação desse profissional para lidar com crianças de educação infantil. Conclui o presente, dialogando com essas questões e abrindo uma discussão sobre a possibilidade de um trabalho desses dois profissionais, em parceria, no sentido de garantir à criança, uma educação mais específica e que auxilie no seu desenvolvimento integral,Early childhood education is at the moment that the children internalize important knowledge that help the rest of their lives, influencing its formation and its practices. This article reflects on the teacher generalist, responsible for working on body movement with the children in early childhood education, which has expertise to develop such a task and sees the importance of this work for children, also discusses the second survey conducted, the possible need for a specialist teacher to work in the movement and is a question on the preparation of this work to deal with children in early childhood education. This article concludes the dialogue with these issues and open a discussion about the possibility of these two professionals work in partnership to ensure the child a more specific education and to help in its full development.

  7. Cenas do cotidiano na educação infantil: desafios da integração entre cuidado e educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Guedes Monção

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é discutir a rotina das crianças na educação infantil, especificamente daquelas de zero a quatro anos de idade, tendo como foco os momentos de descanso e alimentação. Nessa etapa do atendimento educacional, as relações dialógicas entre os adultos e as crianças e a integração entre cuidado e educação são pressupostos essenciais de uma educação infantil de qualidade, condição para garantia dos direitos fundamentais dos bebês e das crianças pequenas. A investigação consistiu em uma pesquisa qualitativa, mediante estudo de caso de cunho etnográfico, realizado em 2010 e 2011, em um Centro de Educação Infantil (CEI público da rede municipal de São Paulo, que atende crianças de zero a quatro anos. Os procedimentos metodológicos conjugaram observação participante, análise documental e entrevista semiestruturada com a equipe do CEI e com as famílias. A investigação envolveu revisão da literatura, tendo como principais referências Barbosa, Batista, Coutinho, Guimarães, Korczak, Tristão e Wallon. Os resultados evidenciaram que as emoções expressas pelas crianças nos momentos das refeições e descanso são, em grande medida, desconsideradas. Constatou-se também contradições entre as proposições de integração entre cuidado e educação expressas no projeto pedagógico e os discursos e práticas das professoras efetivadas junto às crianças. O estudo concluiu que é fundamental inserir as temáticas de cuidado com o corpo – alimentação, higiene, descanso, saúde – como parte da formação continuada e dos planejamentos semanais realizados nas instituições de educação infantil.

  8. Cenas do cotidiano na educação infantil: desafios da integração entre cuidado e educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Guedes Monção

    2016-09-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é discutir a rotina das crianças na educação infantil, especificamente daquelas de zero a quatro anos de idade, tendo como foco os momentos de descanso e alimentação. Nessa etapa do atendimento educacional, as relações dialógicas entre os adultos e as crianças e a integração entre cuidado e educação são pressupostos essenciais de uma educação infantil de qualidade, condição para garantia dos direitos fundamentais dos bebês e das crianças pequenas. A investigação consistiu em uma pesquisa qualitativa, mediante estudo de caso de cunho etnográfico, realizado em 2010 e 2011, em um Centro de Educação Infantil (CEI público da rede municipal de São Paulo, que atende crianças de zero a quatro anos. Os procedimentos metodológicos conjugaram observação participante, análise documental e entrevista semiestruturada com a equipe do CEI e com as famílias. A investigação envolveu revisão da literatura, tendo como principais referências Barbosa, Batista, Coutinho, Guimarães, Korczak, Tristão e Wallon. Os resultados evidenciaram que as emoções expressas pelas crianças nos momentos das refeições e descanso são, em grande medida, desconsideradas. Constatou-se também contradições entre as proposições de integração entre cuidado e educação expressas no projeto pedagógico e os discursos e práticas das professoras efetivadas junto às crianças. O estudo concluiu que é fundamental inserir as temáticas de cuidado com o corpo – alimentação, higiene, descanso, saúde – como parte da formação continuada e dos planejamentos semanais realizados nas instituições de educação infantil.

  9. Entre a espera e a jornada: as representações do feminino na literatura infantil brasileira como metáfora social

    OpenAIRE

    Samira dos Santos Ramos

    2016-01-01

    A presente dissertação está inserida na área de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa e tem como objetivo constatar que elementos literários permitem a contribuição da Literatura Infantil para a formação de espírito sobre o feminino em determinada época, em obras que se apropriam do conto popular Forma literária legitimada como transmissora de valores para desenvolver a consciência crítica do leitor, através do questionamento, validação e de divulgação de novas proposições ...

  10. Práticas pedagógicas na educação infantil: contribuições da teoria histórico-cultural

    OpenAIRE

    Chaves, Marta

    2015-01-01

    Este texto apresenta as reflexões efetuadas no Projeto de Pesquisa “Práticas Pedagógicas na Educação Infantil: contribuições da Teoria Histórico-Cultural”, em que amparamos nossos estudos sobre práticas educativas e formação de professores nas elaborações da teoria histórico-cultural. O ponto de partida para a realização deste trabalho foi atribuirmos atenção aos procedimentos didáticos, conhecidos como “atividades”; identificamos registros (cartazes, cadernos e folhas avulsas) de crianças do...

  11. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DE LIVROS DE CULINÁRIA INFANTIL COMO INSTRUMENTO NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Glória Neumann Spinelli

    2014-08-01

    Full Text Available A literatura infantil utilizada de modo adequado é um instrumento de suma importância na construção do conhecimento da criança. Considerando a grande quantidade de publicações infantis com informações relacionadas à alimentação e à nutrição e à pouca disponibilidade de artigos referentes a esse tema, este trabalho se propõe a fazer uma análise qualitativa do conteúdo de livros de culinária destinados ao público infantil. Foram escolhidos oito livros de culinária para crianças e verificadas as informações referentes à adequação aos conceitos científicos e à adequação às informações do Guia Alimentar brasileiro. Dos oito livros avaliados, receitas com doces e receitas assadas, foram as que apresentaram maior frequência. Apenas 25% dos livros se preocupam com orientações de higiene e de alimentação saudável e contam com a orientação de um nutricionista. Conclui-se que os livros de receitas para crianças evidenciam ações tímidas na abordagem da alimentação saudável. É reconhecida a importância da culinária para a educação alimentar das crianças, para tanto é necessário que se faça uma escolha criteriosa do livro a ser oferecido.

  12. O comércio de queijo de coalho na orla de Salvador, Bahia: trabalho infantil e segurança de alimentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Barbosa de Meneses

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar o comércio de queijo de coalho na orla marítima de Salvador (BA na perspectiva do trabalho infantil e da segurança de alimentos. MÉTODOS: Estudo transversal, com entrevista de 40 vendedores, menores de 18 anos, e análise microbiológica de 80 amostras de queijo, 40 cruas e 40 assadas, submetidas aos seguintes procedimentos: contagem de micro-organismos aeróbios mesófilos e anaeróbios facultativos e estafilococos coagulase-positiva, estimativa do número mais provável de coliformes totais e termotolerantes Escherichia coli e pesquisa de Salmonella spp. RESULTADOS: A maioria dos vendedores era do sexo masculino (75%, estudantes (95%, com aproximadamente 14 anos. Como principais motivos para o trabalho estavam a complementação na renda familiar e a ocupação. A atividade ocorria, sobretudo, nos finais de semana, gerando renda entre meio e um salário-mínimo. Em média, a jornada diária era de 7 horas e o tempo na atividade de 21,6 meses. O queijo procedia de fornecedores informais e era mantido à temperatura ambiente, sendo registrados descuidos e noções insuficientes dos vendedores quanto à higiene de alimentos. Amostras cruas apresentaram contaminações expressivas por micro-organismos aeróbios mesófilos, estafilococos coagulase-positiva e por coliformes e termotolerantes, média de 8,14 e 1,95 log UFC/g e 4,3 log NMP/g; amostras assadas, na mesma ordem, registraram: 6,47 e 1,00 log UFC/g e 2,09 log NMP/g. Escherichia coli e Salmonella spp. também foram identificadas: 95% das amostras cruas e 50% das assadas classificaram-se como não conformes. CONCLUSÃO: Confirmam-se o trabalho infantil e a insegurança microbiológica para o queijo de coalho nas praias de Salvador (BA, e sinaliza-se a necessidade de intervenção.

  13. Estudo prospectivo dos fatores de risco para complicações neurológicas na meningite bacteriana infantil

    OpenAIRE

    Namani, Sadie; Milenković, Zvonko; Koci, Bulëza

    2013-01-01

    OBJETIVO: Análise prospectiva de fatores de prognóstico para complicações neurológicas da meningite bacteriana infantil. MÉTODOS: Este estudo prospectivo recrutou 77 crianças de um mês a 16 anos de idade tratadas de meningite bacteriana durante o período de 1/1/2009 a 31/12/2010. Foram escolhidos 16 preditores relevantes para analisar sua associação com a incidência de complicações neurológicas. Valores P abaixo de 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. RESULTADOS: Das 77 cr...

  14. Rodas de ciências na educação infantil: um aprendizado lúdico e prazeroso

    OpenAIRE

    Celi Rodrigues Chaves Dominguez

    2001-01-01

    Esta investigação teve o objetivo de identificar as características de ludicidade presentes em rodas de conversa sobre assuntos científicos às quais chamamos de rodas de ciências , realizadas em um grupo de crianças de quatro anos, em uma escola de educação infantil. As rodas de ciências nas quais as crianças conversavam sobre borboletas foram gravadas em áudio e vídeo, no decorrer de aproximadamente seis meses. Constatamos que as rodas apresentavam características lúdicas apenas quando as...

  15. Realidad actual de la triste y desesperante mortalidad materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fadlalla Bahsas Bahsas

    2015-05-01

    Full Text Available Si bien el anuncio viene a completar el mandato del Plan de la Patria 2013-2019, que tiene entre sus objetivos “garantizar que los partos sean atendidos en condiciones seguras y reducir las tasas de mortalidad materna, perinatal e infantil”. “La tasa de mortalidad Infantil y Materna son indicadores que determinan el nivel del desarrollo del País”, sin embargo en la práctica en nuestro país, la mortalidad infantil y materna ha ido en ascenso en los últimos años. La muerte materna es un indicador claro de injusticia social, inequidad de género y pobreza: el que un embarazo o parto desemboque en la muerte de la mujer refleja problemas estructurales, tanto de acceso como de atención a la salud; de hecho es el más dramático de una serie de eventos que revelan la falta de acciones para atender la situación de atraso, marginación y rezago en la que vive un sector de las mujeres pobres; así como las personas que conviven con ellas, del personal de salud y autoridades gubernamentales. Por otro lado, da cuenta de una serie de relaciones económicas, sociales y culturales que ubican a la mujer en una franca desventaja.

  16. Aspectos incomuns da paracoccidioidomicose infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Achiléa Lisboa Bittencourt

    1987-12-01

    Full Text Available São relatados dois casos de paracoccidioidomicose (PCM infantil. Em um deles, a principal manifestação da doença foi tumoração abdominal, simulando linfoma maligno não Hodgkin. O outro apresentou acentuado envolvimento articular, com ruptura da cápsula. Representam o segundo e terceiro casos de PCM infantil observados na Bahia, ambos procedentes de áreas urbanas.The authors present two cases of infantil para-coccidioidomycosis. In one case the main presentation was an abdominal mass that mimicked non- Hodgkin lymphoma. In the other case the child had a joint swelling with rupture of the capsule and the clinical diagnosis was piogenic arthritis. They represent the second and third cases of infantile paracoccidioidomycosis observed in the state of Bahia, all coming from urban areas.

  17. Factores socioeconomicos asociados a la mortalidad postneonatal en Cuba Fatores sócio-econômicos associados à mortalidade pós-neonatal em Cuba Socioeconomic factors associated with postneonatal mortality in Cuba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Gonzalez Perez

    1990-04-01

    Full Text Available Se intentam identificar aquellos factores socioeconomicos que puedan ser considerados como factores de riesgo, tanto de la mortalidad postneonatal como de la exógena, asi como su relevancia social, para Cuba en 1982. Mediante un estudio caso-control basado en una muestra nacional de fallecidos menores de un ano y sobrevivientes a la misma edad - para cuyo analisis se emplearon técnicas asociadas a la regresión logística - se pudo estimar el riesgo relativo; el riesgo atribuible y las probabilidades de morir en presencia o ausencia de los factores identificados. Los resultados apuntan hacia la carencia de servicios sanitarios en el interior de la vivienda y el hacinamiento - 3 o mas personas por habitación - como los factores de riesgo mas trascendentes tanto para propiciar la mortalidad postneonatal como la exógena. Se ratifica la condición de "reserva" que posee el componente postneonatal para la redución ulterior de la mortalidad infantil en el pais.Foram identificados os fatores sócio-econômicos que podem ser considerados de risco para a mortalidade pós-neonatal e mortalidade exógena, e seu impacto social em Cuba, em 1982. Realizou-se estudo caso-controle baseado numa amostra nacional dos óbitos menores de um ano, e dos sobreviventes da mesma idade. Os dados foram analisados com o emprego da técnica de regressão logística, para calcular o risco relativo, o risco atribuível e a probabilidade de morte na presença desses fatores. Os resultados indicaram que a falta de instalações sanitárias no domicílio e o excesso de pessoas em cada moradia (3 pessoas e mais por habitação são os mais fortes fatores de risco tanto para a morte pós-neonatal como por causa exógena. Foi confirmada a importância da redução da mortalidade pós-neonatal e exógena para a diminuição da taxa de mortalidade infantil em Cuba.Economic and social risk factors for both postneonatal and exogenous mortality are evaluated for Cuban children for

  18. Distribuição espacial da taxa de mortalidade infantil e principais determinantes no Ceará, Brasil, no período 2000-2002 Spatial distribution of the infant mortality rate and its principal determinants in the State of Ceará, Brazil, 2000-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gomes Bezerra Filho

    2007-05-01

    Full Text Available A distribuição geográfica dos agravos à saúde e sua relação com potenciais fatores de risco vêm abrindo um vasto campo para a investigação epidemiológica. O presente estudo visa a identificar padrões de distribuição espacial dos componentes neonatal (TMIN e pós-neonatal (TMIP da taxa de mortalidade infantil (TMI dos municípios do Ceará, Brasil, e discute os principais fatores sócio-econômicos, demográficos e de atenção à saúde que contribuíram para dependência espacial destes componentes. Trata-se de um estudo ecológico transversal, utilizando regressão linear múltipla, cuja análise espacial desses componentes foi obtida através do índice de Moran. Conclui-se que as condições de assistência à gravidez, ao parto e ao recém-nascido somadas a uma melhor distribuição de renda são decisivas para a sobrevivência no primeiro mês de vida, enquanto que a má alimentação, imunização, saneamento, educação e situação econômica são possíveis determinantes da mortalidade pós-neonatal. Reconhece-se a importância que as ações de atenção seletiva à saúde exercem para o declínio da TMI. No entanto, mudanças estruturais e intersetoriais são as que irão gerar a sustentabilidade necessária para levar esse indicador ao nível dos países desenvolvidos.The geographic distribution of health problems and its relationship to potential risk factors has opened a vast field for epidemiological research. The present study aims to identify spatial distribution patterns for the neonatal and post-neonatal components of the infant mortality rate (IMR in Ceará State, Brazil, and discuss the main socioeconomic, demographic, and healthcare factors contributing to the spatial dependence of these components. This cross-sectional ecological study uses multiple linear regression, in which spatial analysis of the components was obtained through the Moran index. Prenatal, childbirth, and neonatal care as well as improved

  19. A EDUCAÇÃO INFANTIL NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: conceitos e propostas de um currículo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Cezari

    2016-10-01

      PALAVRAS-CHAVE: Currículo, Integração Curricular, Educação Infantil.     ABSTRACT We discuss briefly the development of the National Curriculum in Brazil for Early Childhood Education, and this is presented in the National Curriculum Common Base (BNCC. Explanaremos the principles and proposals of curriculum integration, including political processes related to the curriculum, and illustrating it as a possible way for curricular paying for this level of education. With the studies and discussions proposed by BNCC, we see the possibility of this teaching literacy levels, return to a welfare action, reducing it to take care of. It is necessary to give due attention to childhood education, understanding that this plays a socializing role, promoting the development of the identity of children, through various learning, conducted in interaction situations.   KEYWORDS: Curriculum, Curriculum Integration, Early Childhood Education.     RESUMEN Se discute brevemente el desarrollo del plan de estudios nacional en Brasil para la Educación Preescolar, y esto se presenta en el Currículo Nacional Base Común (BNCC. Explanaremos los principios y propuestas de integración curricular, incluidos los procesos políticos relacionados con el plan de estudios, y que ilustran como un posible camino para curricular pagar por este nivel de educación. Con los estudios y discusiones propuestas por BNCC, vemos la posibilidad de que esta enseñanza los niveles de alfabetización, el retorno a una acción de bienestar, reduciéndolo a cuidar. Es necesario prestar la debida atención a la educación infantil, entendiendo que esto juega un papel socializador, promoviendo el desarrollo de la identidad de los niños, a través de diversos aprendizaje, llevado a cabo en situaciones de interacción.   PALABRAS CLAVE: Curriculum, integración curricular, Educación Infantil.   Abrir em (para melhor visualização em dispositivos móveis - Formato Flipbooks: Issuu / Calameo

  20. ATUAÇÃO DOS GOVERNOS ESTADUAIS NA EFETIVAÇÃO DO ACESSO À EDUCAÇÃO INFANTIL: tema para o debate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Muniz R. Barbosa

    2017-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo refletir sobre o direito à Educação Infantil no Brasil,de modo a indagar sobre a participação dos governos estaduais na garantia dessedireito, considerado um dever do Estado cuja viabilização depende do efetivo exercíciode colaboração entre os entes federados. Neste caso, opta-se por analisar informaçõessobre o conjunto dos estados brasileiros, como: as performances das matrículasestaduais nesta etapa; os PIBs dos respectivos estados e os partidos políticos dasgestões governamentais iniciadas a partir da vigência da Lei de ResponsabilidadeFiscal. Ressalta-se a necessidade de revisão do pacto federativo no âmbito de formasde cooperação para a oferta da Educação Infantil no país, também como forma decombate à privatização e precarização do atendimento educacional das criançaspequenas. Palavras-chave: Educação Infantil; governos estaduais; cooperação federativa; partidos políticos The purpose of the this paper is to reflect upon the right to Early Childhood Education inBrazil, in such a way as inquire the role of local state governments in safeguarding suchright, one that is deemed to be a State responsibility and whose accomplishmentdepends on the actual collaboration among the federated states. In the present case, wehave decided to analyze information on the Brazilian federated states as a whole, suchas the number of actual enrollments in this stage of education, the states’ GDP, and thepolitical parties ahead of the government administrations as from the enactment of theFiscal Responsibility Law. We emphasize the need for a revision of the federalagreement as regards the cooperation mechanisms relating to the offer of EarlyChildhood Education in the country, also as way to oppose the privatization anddebilitation of the educational services provided to young children. Keywords: Early childhood education; state governments; federalist cooperation;political parties

  1. Mortalidade materna na cidade de São Paulo de 1993 a 1995 Maternal mortality in São Paulo City from 1993 to 1995

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Krikor Boyaciyan

    1998-02-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram: determinar o coeficiente de mortalidade materna para o município de São Paulo, as patologias mais freqüentes que determinaram o óbito e a distribuição por faixas etárias. Foram revisados neste estudo retrospectivo 179.872 atestados de óbito de mulheres entre 10 e 49 anos de idade abrangendo no período de abril de 1993 a dezembro de 1995.Foram selecionados 761 atestados de óbito nos quais o estado gravídico era declarado ou presumido. A gravidez foi confirmada em 291 dos 761 casos e 53 destes estão ainda sob investigação. Os dados foram tabulados, agrupados e analisados considerando a idade e a causa da morte, de acordo com a 9ª Revisão do CID - Classificação Internacional de Doenças. Dos 291 casos positivos para associação com gravidez, 82 (28,17% não apresentaram nenhuma referência a este fato no atestado de óbito (subnotificação. Dos 291 óbitos, 183 (62,9% se deveram a causas diretas, sendo a hemorragia (47/183, a pré-eclâmpsia/eclâmpsia (46/183 e as complicações do aborto (43/183 as principais patologias. Em 79 casos a causa foi indireta, sendo a cardiopatia (33/79 a principal patologia determinante do óbito. A síndrome hipertensiva (pré-eclâmpsia/eclâmpsia e/ou hipertensão arterial crônica foi responsável por 19,93% das mortes. Este estudo possibilitou calcular o Coeficiente de Mortalidade Materna para o município de São Paulo: 50,24 por 100.000 nascidos vivos.The parpose of the present report was to determine the maternal mortality rate in São Paulo, the most frequent pathologies which caused death and the distribution of cases paccording to age. In thepresent retrospective study 179,872 death certificates from April 1993 to December 1995 of women from 10 to 49 years old. Were reviewed 761 death certificates were selected, in which the pregnancy state was either declared or presumed; pregnancy was confirmed in 291/761 cases and 53/761 cases are still under

  2. A multimodalidade na literatura infantil e a formação de professores leitores Multimodality in infant literature books and the education of reader teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celia Abicalil Belmiro

    2010-01-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta uma parte dos resultados de pesquisa de doutorado sobre relações entre imagens e textos verbais em livros de literatura infantil, e suas contribuições para a formação docente. São sinalizados diferentes recursos discursivos encontrados em imagens e textos em livros de literatura infantil para a construção das dimensões narrativa e descritiva. O conceito bakhtiniano de estilo estrutura e unifica os enunciados produzidos pelo enunciador e indica o resultado de uma visão de mundo. Nas obras analisadas, a relação imagem e texto verbal apresenta dois recursos fundamentais: a enunciação, que introduz a força do narrador na orientação de leitura, e a intertextualidade, como expediente para atualização do enredo. Essa metodologia recupera experiências de leitura dos professores e indica a importância dos aspectos da multimodalidade para a formação da competência leitora do professor.This paper presents a part of the results of a Doctorate research on the relations between images and verbal texts in infant literature books and their contribution to the education of teachers. Different discursive resources were found in images and texts in infant literature books towards the construction of the narrative and descriptive dimensions. Bakhtin's concept of style helps providing structure and unity to the enunciated production of the enunciator and indicates the result of a world vision. In the works here analyzed, the relation between image and verbal text presents two fundamental resources: the enunciation, as the power of the narrator in guiding the reading, and intertextuality, as a device to update the plot. This methodology allows the recovering of teachers' reading experiences and indicates the importance of multimodality aspects in the construction of teachers' reading ability.

  3. Mortalidade e morbidade da cidade do Rio de Janeiro imperial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Marcílio

    1993-07-01

    Full Text Available Trata o artigo dos primeiros resultados de um Projeto de Pesquisa sobre a "História Social da Saúde no Brasil (séculos 18 e 19", que estamos desenvolvendo. Contextualizamos sumariamente as condições sanitárias do Rio de Janeiro, durante o Império e a ação do Governo e da Academia Imperial de Medicina.  Calculamos os níveis da mortalidade geral e diferenciada (livres e escravos e mortalidade infantil. Descobrimos que anualmente e até o final do século, a mortalidade foi inferior à natalidade. O movimento sazonal mostrou aos que os meses quentes e úmidos eram os de maior mortalidade. Enfim, procuramos mapear a cronologia das grandes epidemias que assolaram a população carioca no século passado e conhecer as principais moléstias crônicas mais mortíferas. A tuberculose pulmonar por si só foi responsável por cerca de 15% das mortes em todo o período.

  4. O jogo e o desenvolvimento infantil na teoria da atividade e no pensamento educacional de Friedrich Froebel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Arce

    Full Text Available Este artigo apresenta um estudo teórico comparativo da pedagogia desenvolvida por Friedrich Froebel e da teoria da atividade (Leontiev, Elkonin e Vigotski no que diz respeito ao jogo e ao desenvolvimento infantil. Ainda que essas duas abordagens considerem o jogo uma atividade muito importante no desenvolvimento da criança, elas diferem em sua visão do que seja o significado do jogo no contexto do processo de formação do indivíduo. Essa divergência é uma conseqüência de suas opostas concepções acerca da relação entre a natureza humana e a história.

  5. O jogo e o desenvolvimento infantil na teoria da atividade e no pensamento educacional de Friedrich Froebel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arce Alessandra

    2004-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um estudo teórico comparativo da pedagogia desenvolvida por Friedrich Froebel e da teoria da atividade (Leontiev, Elkonin e Vigotski no que diz respeito ao jogo e ao desenvolvimento infantil. Ainda que essas duas abordagens considerem o jogo uma atividade muito importante no desenvolvimento da criança, elas diferem em sua visão do que seja o significado do jogo no contexto do processo de formação do indivíduo. Essa divergência é uma conseqüência de suas opostas concepções acerca da relação entre a natureza humana e a história.

  6. Utilização das informações vitais para a estimação de indicadores de mortalidade no Brasil: da busca ativa de eventos ao desenvolvimento de métodos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Germano de Frias

    Full Text Available Resumo: O artigo apresenta a construção histórica brasileira sobre a utilização das informações vitais, incorporando procedimentos de avaliação das informações e pesquisas de busca ativa de nascimentos e óbitos, que resultaram na proposição de métodos para o cálculo de indicadores de natalidade e mortalidade mediante o uso de registros contínuos. Além das pesquisas para captar eventos vitais referentes aos anos de 2000 e 2008, são apresentados os procedimentos para a correção dos eventos informados aos sistemas de informação e a mudança de paradigma no método de cálculo dos indicadores de mortalidade decorrente destas iniciativas. Adicionalmente, destacam-se os avanços na adequação das informações sobre óbitos e nascidos vivos no Brasil, as alterações nas estimativas da mortalidade infantil decorrentes da proposição de métodos, além do desafio de estimar o indicador para áreas geográficas subnacionais, com menores contingentes populacionais, que em sua maioria é composta por municípios com baixa cobertura e regularidade dos dados.

  7. INTERAÇÕES VIRTUAIS ENTRE TUTORES E ESTUDANTES NO MOODLE: PROCESSOS EDUCATIVOS EM CONTEXTO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Zanotto

    2017-01-01

    Full Text Available O artigo tem como objetivo identificar processos educativos desencadeados pela troca de e-mails internos no Moodle, entre tutoras virtuais e estudantes na disciplina de ‘Estágio Supervisionado em Educação Infantil’, em um curso de Pedagogia a distância. Aproximar-se desta ferramenta de interação virtual, delega destaque à tecnologia como mediação de processos de ensino e aprendizagem que podem ser lidos a partir da compreensão de práticas sociais. Compreende-se que as interações virtuais revelaram uma relação pedagógica de qualidade, promotoras do acesso legítimo aos conhecimentos científicos no campo da docência na educação infantil. As relações humanas efetivadas colaboraram à construção de vínculos afetivos entre estudantes e tutoras, de modo que a identificação dos processos educativos puderam constituir conhecimentos compartilhados, que transcenderam dúvidas de ordem técnica da disciplina e estimularam a análise crítica da realidade encontrada em estágio.

  8. Desigualdade espacial da mortalidade neonatal no Brasil: 2006 a 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genyklea Silva de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é analisar a distribuição espacial da mortalidade neonatal e sua correlação com os fatores biológicos, socioeconômicos e de atenção à saúde materno-infantil, nos estados brasileiros, no período de 2006 a 2010. Foram construídos mapas temáticos e de correlação (LISA para verificação de dependência espacial e modelos de regressão linear múltipla. Verificou-se que não há autocorrelação espacial para mortalidade neonatal nos estados brasileiros (I = 0,002; p = 0,48. A maioria das variáveis estava correlacionada (r > 0,3, p < 0,05 com a mortalidade neonatal, formando clusters em estados do Norte e Nordeste, com maiores taxas de mães adolescentes, renda domiciliar per capta baixa, menor realização de consultas de pré-natal e de leitos de UTI Neonatal. O número de leitos de UTI Neonatal manteve efeito independente após a análise de regressão. Conclui-se que as desigualdades regionais das condições de vida e, principalmente, de acesso aos serviços de saúde materno-infantil contribuem para a distribuição desigual da mortalidade neonatal no Brasil.

  9. Justificación de la educación física en la educación infantil Justificagáo da educagáo física na educagáo infantil Justification for Physical Education at the Preschool Level

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Gil-Madrona

    2008-12-01

    Full Text Available El progresivo descubrimiento del propio cuerpo como fuente de sensaciones, la exploración de las posibilidades de acción y funciones corporales, constituirán experiencias obligatorias sobre las cuales ir construyendo el pensamiento infantil. De igual forma, las relaciones afectivas establecidas en situaciones de actividad motriz, y en particular mediante el juego, serán fundamentales para el crecimiento emocional. A la intervención desde la motricidad en la etapa de infantil le corresponde la tarea de dar respuestas a cuestiones planteadas u otras, como el excesivo sedentarismo de la infancia o la obesidad infantil. En este sentido, en el presente artículo nos ocuparemos de justificar la necesaria presencia de la motricidad en fu forma sistemática -la educación física- en la educación infantil, y presentar un proyecto de mediación en la praxis en esta etapa educativa, lúdico, alegre, gozoso, atractivo y encantador para los niños. Recogemos conceptos y supuestos en torno al desarrollo psicomotor, los contenidos motrices en la etapa de educación infantil, la expresión corporal, el juego motor y el planteamiento metodológico y programador de la motricidad en esta etapa educativa.O descobrimento progressivo do próprio corpo como fonte de sensações, a exploração das possibilidades de ação e das funções corporais são experiências forçosas que permitem elaborar pensamento infantil. Asi mesmo, as relações afetivas estabelecidas em situações de atividade motriz, sobretudo do jogo, são básicas para o crescimento emocional. À motricidade no estágio infantil é responsável de dar respostas a perguntas propostas ou temas como o sedentarismo ou a obesidade infantil. Neste sentido, justificaremos a exigência e necessária da motricidade em sua forma sistemática (a educação física na educação infantil e apresentaremos um projeto lúdico, alegre, prazenteiro, atraente e encantador para os meninos, que sirva de media

  10. A literatura infantil na alfabetização: a formação da criança leitora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilane Maria de Moura Chagas

    2015-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-795X.2015v33n1p77 O presente texto aborda algumas formas de se pensar a literatura infantil no ciclo de alfabetização do Ensino Fundamental. Tem-se, ainda, a pretensão de apresentar algumas possíveis formas de aproximação da literatura nesse nível de ensino. Acredita-se que, ao integrar ativamente a literatura infantil no processo da alfabetização (conhecimentos da oralidade e da escrita, das diversas formas verbais e não verbais de se compreender e descobrir o mundo e na aquisição e ampliação da linguagem, estaremos contribuindo para a formação literária das crianças. Assim, em um primeiro momento, e sem esgotar o tema, desenvolvem-se algumas questões teóricas em relação à literatura Infantil, à leitura e à criança. No segundo momento, são tecida algumas reflexões sobre as práticas de leitura que as crianças do ciclo de alfabetização estão vivenciando a partir do contato com o Acervo Complementar do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD e do Programa Nacional de Bibliotecas Escolares (PNBE incluídos no material distribuído pelo Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC no Brasil. Ressalta-se uma antiga e permanente preocupação quando se trata da relação literatura e educação no que diz respeito a como tem sido trabalhada a literatura produzida para as crianças. Dessa forma, que implicações têm a literatura inserida nos programas de formação de professor? Finaliza-se o texto dando destaque para os programas de incentivo à leitura como uma contribuição significativa para a formação da criança leitora.   Children’s literature in literacy: the formation of the child reader  Abstract The present text discusses some ways of thinking children’s literature during the fundamental education literacy cycle. It also aims to introduce some forms to approach literature at this educational level. We believe that by integrating

  11. Infantile sexuality

    DEFF Research Database (Denmark)

    Zeuthen, Katrine Egede; Gammelgård, Judy

    2010-01-01

    When first presented, Freud´s theory of infantile sexuality was a scandal. Not only was the claim that the small child sucking at the mother´s breast experiences a kind of pleasure that Freud without hesitation named sexual, the theory also turned the common understanding of human sexuality up-si...

  12. Childhood and adolescent obesity and adult mortality: a systematic review of cohort studies Obesidade na infância e adolescência e mortalidade na idade adulta: uma revisão sistemática de estudos de coorte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Adami

    2008-01-01

    Full Text Available This systematic review addressed cohort studies on obesity in childhood and adolescence and adult mortality, published from January 1990 to March 2007. We searched the PubMed database with the following uniterms: obesity, mortality, child, adolescent; obesity and mortality; overweight and mortality. References were also analyzed. The age limit was 2 to 18 years. Quality of the articles was assessed, and eight were identified and reviewed. All used weight and stature for determination of obesity, and seven used body mass index (BMI. The quality score varied from 9 to 17. Evidence of association between obesity in childhood and adolescence and adult mortality should be viewed with caution. Use of BMI and potential confounders were discussed. Further research is needed to analyze the relationship between childhood and adolescent obesity and adult mortality.Esta revisão sistemática avaliou artigos de coorte sobre obesidade na infância e adolescência e mortalidade adulta, publicados entre janeiro de 1990 e março de 2007, indexados na base de dados PubMed. Os unitermos utilizados foram: obesity, mortality, child, adolescent; obesity e mortality; overweight e mortality. Referências bibliográficas também foram analisadas. Foi utilizado limite de idade entre 2 e 18 anos. A qualidade dos artigos foi determinada por meio de metodologia apropriada para avaliação de estudos de coorte. Foram encontrados e revisados oito estudos, e todos utilizaram peso e estatura para determinação da obesidade e sete usaram o índice de massa corporal (IMC. O escore de qualidade variou de 9 a 17 (escore máximo obtido = 24. Deve ser vista com cautela a evidência sobre o aumento do risco de mortalidade na idade adulta em indivíduos com sobrepeso ou obesidade na infância e adolescência, apesar de existir tendência dessa associação para o sexo masculino. Foram discutidos uso do IMC e variáveis de confusão utilizadas nos estudos. São necessários mais

  13. Fatores de risco para mortalidade infantil em município do Nordeste do Brasil: linkage entre bancos de dados de nascidos vivos e óbitos infantis - 2000 a 2002 Risk factors for infant mortality in a city of northeastern Brazil: linkage between live birth and infant death databases - 2000 to 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Ferreira da Silva

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores de risco para a morte de crianças menores de um ano de idade, do município de Maracanaú, Estado do Ceará, entre os anos de 2000 e 2002, através de linkage das informações do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos e Sistema de Informação sobre Mortalidade. MÉTODOS: Coorte retrospectiva de 11.127 nascimentos vivos com declaração de nascido vivo preenchida, ocorridos entre 01/01/2000 e 31/12/2002 e 119 óbitos infantis relacionados a essa coorte de nascidos vivos, com declaração de óbito ou instrumento de investigação de óbito infantil preenchidos, ocorridos entre 01/01/2000 e 31/12/2003. Os fatores de risco para a mortalidade infantil foram estimados utilizando-se as análises bivariada e multivariada através da regressão logística. RESULTADOS: Foram encontradas odds ratio (OR estatisticamente significativas para nascidos vivos com baixo peso ao nascer (OR=3,16; IC95% 1,58-6,35, nascidos vivos prematuros (OR=2,70 ; IC95% 1,25-5,86, nascidos vivos de mães com consultas pré-natal igual ou menores a 6 (OR=2,05; IC95% 1,15-3,64 e nascidos vivos cujo escore de Apgar no primeiro (OR=4,40 IC95% 2,48-7,81 e quinto (OR=5,5; IC95% 2,75-11,20 minutos de vida foram inferiores a sete. CONCLUSÕES: Esse estudo possibilitou o uso das bases de dados de nascimentos e óbitos, sugerindo a vigilância contínua e oferta de assistência adequada ao subgrupo de recém-nascidos com maior risco de morte e a garantia de assistência pré-natal de qualidade.OBJECTIVE: to analyze risk factors for the death of children at one year of age in the town of Maracanaú, in the State of Ceará, between the year 2000 and 2002, through the linkage of information of the System of Information on Live Births and the Mortality System of Information. METHODS: retrospective cohort of 11,127 live births with certificate of born-alive filled out and occurred between 01/01/2000 and 31/01/2002 and 119 infant deaths linked to this cohort

  14. O problema do trabalho infantil na agricultura familiar: o caso da produção de tabaco em Agudo-RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Orlando Bevilaqua Marin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do artigo é analisar a emergência do problema do trabalho infantil no cultivo de tabaco em Agudo, desencadeado pela promulgação do Decreto n. 6.481/2008, que trata das piores formas de trabalho infantil. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a revisão bibliográfica, pesquisa documental e um estudo de caso, realizado no município de Agudo, Rio Grande do Sul. No estudo de caso, procurou-se obter dados quantitativos e qualitativos, por meio de questionários e entrevistas abertas, dirigidos para 27 agricultores familiares fumicultores, com filhos com menos de 18 anos de idade. Os resultados da pesquisa indicam a existência de um confronto entre diferentes concepções sobre o trabalho da criança no âmbito da agricultura familiar. Os dispositivos legais, os termos de compromissos e os contratos de integração na cadeia produtiva do fumo proíbem o trabalho de menores de 18 anos, fundamentando-se nos princípios internacionais da garantia do pleno desenvolvimento das crianças. Na perspectiva das famílias, o trabalho das crianças é entendido como "ajuda", forma de socialização e formação dos herdeiros. Portanto, os pais não concordam que se trata de uma forma perversa de exploração do trabalho dos próprios filhos.The aim of this paper is to analyze the emergence of the child labor problem in tobacco growing in Agudo (Rio Grande do Sul state, triggered by the promulgation of Act 6.481/2008, which addresses the worst child labor conditions. The methodological procedures used were the literature review, desk research and a case study, conducted in the municipality of Agudo. In the case study, we have tried to obtain quantitative and qualitative data through questionnaires and open interviews directed to 27 tobacco growers, and with teenagers and children under 18 years old. The survey results indicate the existence of a clash between different conceptions of child labor in small scale family farmers. The legal

  15. A educação vocal na infância: a importância da voz no currículo da Educação Infantil na Galiza

    OpenAIRE

    CASAL DE LA FUENTE, LUCIA

    2014-01-01

    Publicación derivada da Memoria para a Colación do Grao en Licenciada en Psicopedagoxía "A formación vocal na Educación Infantil" VII Colóquio Luso-Brasileiro & I Colóquio Luso-Afro-Brasileiro de Questões Curriculares Diversos são os trabalhos que envolvem as dificuldades que tem o professorado no momento de controlar a emissão fluída e sã da sua voz (Segura, 2009; Fiuza, 1996), arma principal para o exercício do seu labor diário. Isto pode ser explicado, em parte, pela ausente ou...

  16. A vida cotidiana na Educação Infantil: da ação reflexiva às minúcias da prática educativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Altino José Martins Filho

    2015-08-01

    Full Text Available O artigo apresenta resultados de pesquisa realizada numa instituição de educação infantil na região da Grande Florianópolis/SC. O estudo descreve e analisa as diferentes minúcias da vida cotidiana no exercício da docência. Na pesquisa estreitou-se elos entre a Pedagogia da Infância e a Sociologia do Cotidiano, buscando interfaces interdisciplinares de modo compreender a docência como atividade reflexiva. A metodologia utilizada foi o estudo de caso, com registros escritos e fotográficos. A principal contribuição situa-se na compreensão que a ação reflexiva em torno das diferentes minúcias da vida cotidiana, possibilita entender a complexidade da própria vida vivida no coletivo da instituição educativa. Palavras-chave: Educação infantil; docência; professora de educação infantil; vida cotidiana.

  17. Fatores de risco associados à mortalidade infantil em duas áreas da região metropolitana de São Paulo (Brasil, 1984-1985: proposta de instrumentos preditivos Risk factors associated with infant mortality in two municipalities of the metropolitan area of S.Paulo (Brazil, 1984-1985: proposal for a predictive scoring system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chester L. G. Cesar

    1990-08-01

    Full Text Available Estudou-se a aplicação do conceito de "risco" na área materno-infantil, partindo da proposta da Organização Mundial de Saúde relativa ao "enfoque de risco" na organização dos serviços de saúde. O estudo concentrou-se no desenvolvimento de instrumentos de identificação de grupos de alto risco de óbito infantil, seja no período neonatal, seja no período pós-neonatal, e baseou-se em estudo de caso-controle. O grupo de casos correspondeu a óbitos registrados de menores de um ano de idade, ocorridos nos anos de 1984 e 1985, de pais residentes nos municípios de Cotia e Vargem Grande Paulista, SP (Brasil, totalizando 149 óbitos (casos. O grupo controle foi formado por uma amostra probabilística de 216 crianças nascidas em 1984, filhas de pais residentes nos municípios estudados e que sobreviveram ao primeiro ano de vida, As mães de ambos os grupos responderam a um questionário, aplicado em entrevistas domiciliarias, para a identificação de variáveis independentes associadas ao óbito infantil. As variáveis que mostraram associação estatisticamente significante foram agrupadas em quatro escalas de risco: para uso em pré-natal; para uso por ocasião do parto; para uso no período neonatal; e para uso em puericultura após o período neonatal. As variáveis participaram nas escalas ponderadas pelos valores das razões dos produtos cruzados. As escalas apresentaram diferentes pontos de corte e a cada um destes correspondeu uma dada sensibilidade, especificidade e poder preditivo.The application of the concept of "risk" to maternal and child health was studied, the starting point being the World Health Organization's proposal for a "risk approach" in health services. The study was concerned with the development of a scoring system for the identification of groups at high risk of death during the first year of life, whether in the neonatal or the post-neonatal periods, and was based on a case-control study. The case group

  18. Circulatory disease mortality rates in the elderly and exposure to PM2.5 generated by biomass burning in the Brazilian Amazon in 2005 Mortalidad por enfermedades cardiovasculares en los ancianos y la exposición a PM2,5 como resultado de la quema en la Amazonia brasileña en 2005 Mortalidade por doenças circulatórias na população idosa e exposição a PM2,5 em decorrência das queimadas na Amazônia brasileira em 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Ignotti

    2013-03-01

    material particulado fino com as taxas de mortalidade por doenças circulatórias em idosos na Amazônia brasileira. Trata-se de um estudo ecológico das taxas de mortalidade por doenças circulatórias, infarto agudo do miocárdio e doença cerebrovascular em microrregiões da Amazônia brasileira. O indicador de exposição ambiental foi estimado em porcentagem de horas de PM2,5 > 25µg/m³ dividido pelo número total de horas estimadas de PM2,5 em 2005. A associação do indicador de exposição com as taxas de mortalidade por doenças do aparelho circulatório foi maior para o grupo mais idoso. A taxa de mortalidade por doença cerebrovascular não mostrou associação com indicador de exposição. As doenças do aparelho circulatório em idosos residentes na Amazônia têm sido influenciadas pela poluição atmosférica resultante das emissões causadas por incêndios.

  19. INFANTILE HAEMANGIOMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Armanda Passas

    2016-06-01

    Full Text Available Infantile hemangiomas are the most common softtissue tumors of infancy, occurring in approximately 3 to 10 percent of one-year-old children, with predominance in females. Despite the frequency of these tumors, their pathogenesis is not completely understood, and the best approach to their management remains controversial. They have a well-described natural history of rapid growth during early infancy followed by gradual involution, often leading to complete regression. Because of their spontaneous involution, most infantile hemangiomas do not require therapeutic intervention. However, in 10 to 15 % of cases, treatment is necessary because of local complications, life or physiological functioning is threatened or the long-term esthetic risk is too high.

  20. Validação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem na promoção da saúde alimentar infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanira Rodrigues Maia

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo descrever a validação de metodologias ativas de educação em saúde, na promoção da alimentação saudável de crianças do Ensino Fundamental. MÉTODOS: Foi feito estudo de validação de quatro tecnologias educacionais: dinâmicas de avaliação, minuto-cinema, momento-teatro e caixa dos sentidos. A pesquisa foi efetuada em 2009, com 25 crianças de 5 a 7 anos, estudantes de uma escola privada em Juazeiro do Norte, Ceará, selecionadas intencionalmente para participar de oficinas de ensino-aprendizagem. O projeto foi realizado por estudantes da Faculdade de Enfermagem daquela cidade, após aprovação do Comitê de Ética competente, e consentimento dos responsáveis pelas crianças. RESULTADOS: Validaram-se as metodologias utilizadas. Nas dinâmicas de avaliação, a colagem adequada dos alimentos foi realizada por 84% das crianças, demonstrando aquisição de saberes a partir da interação com os meios de comunicação, o aprendizado nutricional em família e o convívio social infantil, para a diferenciação entre alimentos saudáveis e não saudáveis. Na atividade minuto-cinema, os escolares demonstraram interesse na obtenção de conhecimento sobre a valia dos alimentos abordados. No momento-teatro, observou-se interatividade eficaz entre sujeitos e pesquisadores. Todas as crianças identificaram os alimentos ocultos na caixa dos sentidos, através de sua textura e consistência, o que contribuiu para o aperfeiçoamento das habilidades cognitivas infantis. Observou-se dificuldade dos pais e da escola em ofertar alimentos saudáveis. CONCLUSÃO: As metodologias utilizadas favoreceram o desenvolvimento de competências dos estudantes na promoção da saúde. No cuidado à criança, a alimentação é fundamental para promoção da saúde, pois o significado do ato de nutrir ultrapassa o mero ato biológico.

  1. Situações familiares na obesidade exógena infantil do filho único Family situations in the childhood obesity of the only child

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Ribeiro da Cruz Santos

    2011-06-01

    Full Text Available Este é um trabalho qualitativo cujo objetivo foi aprofundar a compreensão da dinâmica familiar de filhos únicos obesos na infância. Crianças de oito famílias participaram do estudo: quatro meninos e quatro meninas, entre 7 e 10 anos, de grupo socioeducacional alto e baixo com avaliação nutricional para obesidade: IMC acima do percentil 97. Foram aplicados no domicílio os seguintes instrumentos: entrevista semiestruturada, teste projetivo Scenotest e avaliação nutricional. A análise apoiou-se na teoria das configurações vinculares (Berenstein e Puget. Os resultados apontaram dinâmicas familiares envolvendo contextos de natureza social, cultural e histórica da sociedade que parecem favorecer ambas as condições: a da obesidade infantil e a de filho unigênito. Elementos sociais enfatizando o individualismo se refletem em nível familiar e íntimo. Assim, a criança pode vir a encontrar, logo ao nascer, condições propiciadoras para que a vinculação básica com a figura materna não se processe de modo pleno, ocasionando deslocamento de parte do que não recebe para a satisfação no alimento. Além disso, a cultura do consumo interfere no modo e tipo de alimentação oferecida, na ludicidade e da sociabilidade infantil, assim como o estreitamento das possibilidades vinculares: intrapessoais, interpessoais, transpessoais, acrescentando-se o fato de não ter irmãos. Esse estudo mostrou que, embora nem todo filho único seja obeso e nem todo obeso seja filho único, uma condição pode ser facilitadora da outra na medida em que a situação sociocultural-histórica da sociedade de consumo hipermoderna parece direcionar a família a ambas as condições.This study aims to deepen the understanding of the family dynamics of obese only children using a qualitative methodology. Its sample included eight families: four girls and four boys between 7 and 10 years old from high and low social-educational groups, with a nutritional

  2. Bens culturais acessíveis às crianças: limites e possibilidades para o desenvolvimento cultural na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Muriane Sirlene Silva de Assis

    2012-10-01

    Full Text Available Este trabalho é parte de uma tese de doutorado que investigou o processo de desenvolvimento cultural da criança na Educação Infantil a partir das concepções de diferentes sujeitos. O presente trabalho focalizou as concepções das crianças, das professoras e dos pais sobre o acesso das crianças aos bens culturais. A pesquisa utilizou procedimentos metodológicos fundamentados em abordagem qualitativa e coletou dados por meio de entrevistas semiestruturadas e questionários. A Teoria Histórico-Cultural serviu de fundamentação teórica para o estudo. A análise dos dados enunciou que a escola e a família contribuíam para o desenvolvimento cultural das crianças, todavia, essa contribuição ocorria de forma pouco intencional e sistematizada. A pesquisa demonstrou que o acesso das crianças e dos adultos aos bens culturais era restrito e limitado, em especial à televisão, e isso empobrecia as possibilidades de desenvolvimento cultural deles. As atividades artísticas e culturais eram interpretadas como recurso didático-pedagógico e raramente se vinculavam ao lazer, ao divertimento, a ampliação da visão de mundo e consequentemente ao desenvolvimento cultural. O estudo ressaltou que não basta ter acesso aos bens culturais, há que se buscar por meio da apropriação do patrimônio cultural da humanidade, uma atuação mais consciente na prática social.

  3. O humor na literatura infantil: um estudo sobre leitura e apropriação de recursos humorísticos por crianças dos anos iniciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Tatiana Bonin

    2012-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-795X.2012v30n3p869 O trabalho baseia-se na articulação entre o campo da literatura infantil e os estudos sobre humor e  investiga as formas como alunos  dos anos iniciais se apropriam de alguns recursos humorísticos em sua própria produção textual e imagética, após a realização de atividade com uma obra de literatura infantil (“Os chifres de Filomena”, de David Small que  incorpora elementos de humor.  No estudo, aborda-se a questão do humor na literatura infantil, caracteriza-se a obra escolhida,  descreve-se o trabalho realizado e interpreta-se a produção dos alunos, identificando-se, nela, a recriação de algumas estratégias de humor. Especula-se que tanto o caráter desafiador das atividades propostas quanto as características da obra, com seu final aberto, podem ter proporcionado a  grande variedade de cenários, tramas e desfechos constatada nas produções das crianças.

  4. A inclusão na educação infantil de Vitória: contribuições da educação física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Freitas Marchiori

    2015-10-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2015n31p292 O artigo objetiva compreender as possibilidades de uma prática compartilhada e desenvolver proposições que contribuíssem com os processos de inclusão na Educação Infantil. Os sujeitos são professores que atuam no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI de Vitória e duas crianças com necessidades educativas especiais (NEE. O referencial teórico-metodológico fundamenta-se na perspectiva histórico cultural (VYGOTSKY;, 2007; WALLON;, 2010. A perspectiva de professor reflexivo (NÓVOA, 2001 e as concepções metodológicas dos estudos nos/dos/com os cotidianos orienta a produção desse artigo. As fontes foram os registros fotográficos e filmagens das práticas pedagógicas em 2014 e relatórios avaliativos de dois alunos com NEE. A oferta da educação física no currículo da educação infantil amplia as possibilidades do trabalho colaborativo e potencializam as práticas da educação inclusiva.

  5. Os Projetos de ensino e a Educação Física na Educação Infantil Teaching Projects and Physical Education in Infant Education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2006-11-01

    Full Text Available Este artigo discute a presença da Educação Física na educação infantil, analisando as concepções de infância, educação infantil e Educação Física e como estas influenciam construção das propostas pedagógicas e as intervenções educativas na escola. Mais especificamente, o objeto de discussão deste texto são os projetos de ensino. Atualmente,no âmbito dos debates sobre organização curricular, a Pedagogia de Projetos tem se mostrado como uma alternativa de trabalho que permite a construção do conhecimento em sua totalidade. Mas como isso acontece? Ainda se faz necessária a discussão sobre o que é Pedagogia de Projetos, como esta vem sendo trabalhada na educação infantil e também como a Educação Física pode ser construída dentro dessa proposta. Este texto se compromete a realizar algumas indicações, possíveis caminhos em busca de uma legítima presença da Educação Física na educação infantil. PALAVRAS-CHAVE: Pedagogia de Projetos - Educação Física - Educação infantil. This article discusses the presence of Physical Education in the education of children, analysing the conceptions about Infancy, Infant Education and Physical Education and how these concepts influence the construction of pedagogical propositions and educational interventions at school. More specifically, the object of discussion of this text are the teaching projects. Currently, in the sphere of the debates over syllabus organization, Project Pedagogy has presented itself as an alternative that allows knowledge building in its totality. But how does it happen? There still needs to be more debate over what Project Pedagogy really is, how it has been used in Infant Education and also how Physical Education can be built within this proposal. This text aims at indicating possible paths in search of a legitimate presence of Physical Education in Infant Education. KEY WORDS: Project Pedagogy - Physical Education - Infant education.

  6. A Ética do cuidado na educação infantil: um olhar diferenciado para a formação educacional integral da criança.

    OpenAIRE

    Marilan Negrão Borges Luz Gomes

    2011-01-01

    Uma reflexão sobre a formação educacional integral da criança na Educação Infantil relacionada à necessidade da prática da ética do cuidado no fazer pedagógico nas instituições de Educação Infantil visualizando a formação de um adulto no futuro com construção ética em seu agir pessoal e social. O primeiro capítulo traça um caminho até a ética do cuidado. Para tanto, conceitua ética, distingue ética de moral e apresenta a construção ética e moral da ...

  7. Crianças sem infância : o trabalho infantil na indústria têxtil e os limpa-chaminés (1780-1878)

    OpenAIRE

    Vigário, Sílvia Manuela Pereira

    2004-01-01

    Intitulada Crianças Sem Infância: O Trabalho Infantil na Indústria Têxtil e os Limpa-Chaminés (1780-1878), esta dissertação visa dilucidar alguns aspectos de duas formas de trabalho infantil caracteristicamente urbanas da Grã-Bretanha do século XIX. Com o intuito de contextualizar o objecto de estudo deste trabalho, começa-se por traçar uma panorâmica do período histórico que decorre dos finais do século XVIII até aos princípios do século XIX, notável pela rapidez do seu crescimento económ...

  8. Faz-de-conta que eu brinco : o comparecimento da brincadeira na educação infantil da rede pública de Vitória da Conquista-Bahia

    OpenAIRE

    Silva, Carmem Virgínia Moraes da

    2007-01-01

    Esta pesquisa tem como objetivo compreender o lugar da brincadeira na educação infantil da rede pública de Vitória da Conquista Bahia. Entendemos a instituição de educação infantil como espaço que deve respeitar a criança como pessoa em condição peculiar de desenvolvimento. Adotamos a abordagem sócio-histórica compreendida a partir de Vygotsky e Leontiev, com a teoria social da construção do conhecimento e seu diálogo com autores como Piaget e Brougère. A brincadeira é vista como fruto das ...

  9. O saber e o não revelar da violência sexual doméstica infantil na dinâmica do profissional escolar

    OpenAIRE

    Vollet, Mayra Rocha [UNESP

    2012-01-01

    Pretendeu-se, com o presente estudo, refletir sobre a dinâmica da violência sexual doméstica infantil em suas diversas manifestações no contexto escolar. Buscou-se investigar, por meio de entrevistas semi estruturadas, como profissionais escolares conceituam violência sexual doméstica infantil, se e como identificam estes casos entre seus alunos e como agem diante da suspeita de violência sexual doméstica infantil. Embora a notificação desses casos seja impositiva a toda sociedade, a literatu...

  10. Efeito do ruído na voz de educadoras de instituições de educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Simões-Zenari

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre níveis de ruído presentes em centros de educação infantil e alterações vocais em educadoras. MÉTODOS: Estudo transversal com 28 educadoras de três instituições de educação infantil de São Paulo, SP, em 2009. Os níveis de pressão sonora foram mensurados segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, com uso de medidor de nível de pressão sonora. As médias foram classificadas de acordo com os níveis de conforto, desconforto e dano auditivo propostos pela Organização Panamericana de Saúde. As educadoras tiveram a voz avaliada com: autoavaliação com escala analógica visual, avaliação perceptivo-auditiva com escala GRBAS e análise acústica com o programa Praat. Estatística descritiva e teste do qui-quadrado, com 10% de significância devido ao tamanho da amostra, foram usados para análise da associação entre ruído e avaliação vocal. RESULTADOS: As educadoras possuíam idades entre 21 e 56 anos. A média de ruído foi 72,7 dB, considerado dano 2. A autoavaliação vocal das profissionais apresentou média de 5,1 na escala, considerada alteração moderada. Na avaliação perceptivo-auditiva, 74% apresentaram alteração vocal, principalmente rouquidão; destas, 52% foram consideradas alterações leves. A maior parte apresentou frequência fundamental abaixo do esperado na avaliação acústica. Médias de jitter, shimmer e proporção harmônico-ruído estavam alteradas. Presença de ruído entre os harmônicos associou-se a alteração vocal. CONCLUSÕES: Há associação entre presença de ruído entre harmônicos e alteração vocal, com elevados níveis de ruído. Apesar de a maioria das educadoras ter apresentado voz alterada em grau leve, a autoavaliação mostrou alteração moderada, provavelmente pela dificuldade de projeção.

  11. FATORES DE RISCO MATERNOS E INFANTIS ASSOCIADOS À MORTALIDADE NEONATAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Munhoz Gaiva

    2016-01-01

    Full Text Available En este trabajo se estudiaron los factores materno-infantiles relacionados con la mortalidad neonatal, a partir de datos obtenidos de los Sistemas de Información de Nacidos Vivos y Mortalidad integrados por vinculación. Se analizaron 9.349 nacidos vivos en Cuiabá-MT, en 2010, 78 de los cuales murieron en el período neonatal. Se realizó análisis univariado y multivariado empleando la regresión logística. En el modelo múltiple, se mantuvo asociada con la mortalidad neonatal: la edad materna menor de 20 años; la prematuridad; bajo peso al nacer; Apgar menor a siete en el 1 y 5 minutos; y la presencia de anomalías congénitas. Los resultados indicaron la necesidad de mejorar la calidad de la atención prenatal, para la prevención del bajo peso al nacer y la prematuridad. La asociación entre la muerte neonatal y baja puntuación de Apgar en el 1 y 5 minutos indica, a su vez, la importancia de la atención del parto.

  12. Operação Rondon: realidade aumentada do projeto museu virtual aplicada na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Leonardo Petla Silva

    2016-04-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo apresentar os resultados das atividades realizadas com as escolas públicas do município de São José da Boa Vista, através da Operação Rondon com a realização de uma oficina para apresentar uma nova ferramenta didática com Realidade Aumentada e também mostra a evolução dos computadores e de seus equipamentos para nova geração de usuários. Foram realizadas oficinas no município de São José da Boa Vista nos dias 22, 23 e 24 de julho de 2015 com a aplicação de Realidade Aumentada desenvolvida no projeto de extensão Museu da Computação da UEPG em escolas com alunos entre cinco a doze anos. A Realidade Aumentada se mostrou eficiente e atrativa na educação e apoio a materiais convencionais de estudo, ajudando até mesmo na educação especial.

  13. A leitura literária na educação infantil: que espaços e tempos são estes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thamirys Frigo Furtado

    2017-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2017v19n35p133 Quando pensamos na formação de crianças-leitoras, é essencial refletirmos sobre espaço e tempo disponível para as ações pedagógicas que envolvem a leitura e a literatura. Sendo assim, este artigo apresenta discussões parciais realizadas em pesquisa de mestrado desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC, com o objetivo de mapear os espaços e tempos coletivos de leitura literária nas instituições de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis (SC. A análise de dados nos levou a constatar que a maior parte das unidades possuem diferentes tempos e espaços coletivos de leitura literária, organizados e planejados pelos próprios professores(as e demais funcionários da instituição, considerando que não existe biblioteca em todas as instituições. Com isso, concluímos que há profissionais preocupados em aproximar as crianças da cultura letrada, participando ativamente da formação dos pequenos leitores, inventando e reinventando novas possibilidades a cada dia.

  14. Efeito da Estratégia Saúde da Família na vigilância de óbitos infantis Efecto de la Estrategia Salud de la Familia en la vigilancia de óbitos infantiles en el Estado de Bahia, Noreste de Brasil Effect of the Family Health Strategy on surveillance of infant mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Santana

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o efeito da Estratégia Saúde da Família na vigilância de óbitos infantis. MÉTODOS: Estudo ecológico de múltiplos grupos, tendo municípios do Estado da Bahia no ano de 2008 como unidade de análise. Os 3.947 óbitos analisados foram obtidos do Sistema de Informação sobre Mortalidade e a meta mínima de investigação considerada foi de 25% dos óbitos. Foram utilizados modelos de regressão logística bivariado e múltipla, ajustados por variáveis sociodemográficas e de organização de serviços. RESULTADOS: Em 48,9% dos municípios houve investigação de pelo menos um óbito infantil e em 35,5% foi alcançada a meta mínima de investigação. Nos modelos bivariados para avaliação da investigação de pelo menos um óbito, foram observadas associações estatisticamente significantes com maior porte populacional, maiores valores de Índice de Desenvolvimento Humano, existência de Comitê de Investigação e de leito obstétrico no município; não foram observadas associações com a cobertura da Estratégia Saúde da Família e existência de responsável técnico no município. Na análise ajustada, a investigação de pelo menos um óbito infantil esteve associada a porte populacional (OR = 4,02 e existência de leito obstétrico (OR = 2,68. O alcance da meta municipal mínima esteve associado apenas com a existência de leito obstétrico no município (OR = 1,76. CONCLUSÕES: O percentual de óbitos de menores de um ano investigados foi inferior ao pactuado na Bahia em 2008. Não houve associação entre a cobertura da Estratégia Saúde da Família e essa ação, o que sugere que a Vigilância de Óbitos Infantis é incipiente no Estado, principalmente quanto à sua descentralização para a atenção primária.OBJETIVO: Analizar el efecto de la Estrategia Salud de la Familia en la vigilancia de óbitos infantiles. MÉTODOS: Estudio ecológico de múltiples grupos, teniendo municipios del Estado de Bahia

  15. Maternal mortality due to arterial hypertension in São Paulo City (1995-1999 A mortalidade materna devido a hipertensão arterial na cidade de São Paulo (1995-1999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Pereira Vega

    2007-01-01

    ção de sulfato de magnésio em quatro deles. As principais causas determinantes do óbito foram: o acidente vascular cerebral (44,4%, o edema agudo de pulmão (24,6% e as coagulopatias (14,1%. A cesárea foi realizada em 85 (59,9% casos e o parto vaginal em 15 (16,0%. Em 28 (19,7% casos não foi realizada nenhuma conduta para interromper a gravidez e em 14 (9,8% não se obteve relato do procedimento. CONCLUSÃO: As complicações da hipertensão arterial no ciclo gravídico-puerperal determinam altos índices de mortalidade materna na cidade de São Paulo. A realização de um pré-natal de qualidade e o atendimento apropriado da gestante hipertensa no parto e no pós-parto são medidas de fundamental importância para um melhor controle desse evento, sendo primordial para a redução dessas ocorrências.

  16. Inventário simplificado de qualidade de vida na epilepsia infantil: primeiros resultados Simplified inventory of quality of life in childhood epilepsy: initial results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PAULA TEIXEIRA FERNANDES

    1999-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar como os pais percebem a qualidade de vida dos filhos epilépticos e se crenças relativas à epilepsia controlam a relação pais e filhos. MÉTODO: Foram aplicados 21 protocolos do "Inventário Simplificado de Qualidade de Vida na Epilepsia Infantil" em pais de crianças com 6 a 14 anos portadoras de epilepsia benigna da infância. RESULTADOS: Observou-se que 86% dos pais relataram crenças relativas à epilepsia. A maioria dos pais avaliou a qualidade de vida dos filhos como muito boa, mas relataram dificuldades no lidar com eles. Aparecem comportamentos de superproteção (62% e sentimentos de preocupação, medo e insegurança (90%. As crianças foram avaliadas como irritadas (52%, dependentes (38%, agitadas e inquietas (38%. No que diz respeito à escola, 33% das crianças freqüentam escolas especiais e apresentam dificuldades escolares e de relacionamento. CONCLUSÃO: Crenças e desinformação parecem controlar o comportamento dos pais na maneira de lidar com seus filhos epilépticos, gerando comportamentos inadequados, apesar disto, percebem a qualidade de vida dos mesmos como muito boa.PURPOSE: to check how parents realize the quality of life of their epileptic children and if the relationship is controlled by their beliefs about epilepsy. METHOD: it has been applied 21 protocols of "Simplified inventory of quality of life in childhood epilepsy" to parents of children aged between 6-14 years old with benign childhood epilepsy. RESULTS: it was observed that 86% of parents evaluated their children's quality of life as very good, but reported difficulties to deal with them. Behaviors of overprotection (62% and feelings of worry, fear and insecurity (90% were observed. The children were evaluated as irritated (52%, dependents (38%, overwroughts and inquiets (38%. About school, 33% are in special schools and have difficulties of academic and relationship. CONCLUSION: it was verified a lot of beliefs and acknowledgement

  17. A produção de contra-argumentos na escrita infantil Counterargument in children’s writing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Leitão

    2000-01-01

    Full Text Available Pesquisas sobre a produção de textos argumentativos mostram que antecipar contra-argumentos e reagir a estes é uma das principais dificuldades na escrita deste tipo de texto. Este estudo investigou a habilidade de 157 crianças (segunda, quarta e sétima séries gerarem contra-argumentos nos textos que produziam. Observou-se que, embora contra-argumentos apareçam ocasionalmente nos escritos da segunda série, só a partir da quarta essa presença se torna sistemática. Progressos relacionados à idade e escolaridade foram também registrados quanto ao número de contra-argumentos examinados num mesmo texto. A estrutura global dos textos produzidos (narrativo vs. opinativo e o tema discutido não parecem ter afetado a produção de contra-argumentos pelas crianças, embora efeitos destes fatores tenham sido notados sobre o número de idéias usadas pelas mesmas para justificarem suas própria posições. Na discussão destes resultados examina-se o papel de fatores pragmáticos no desenvolvimento de contra-argumentos em textos escritos.Studies on argumentative text writing have shown that anticipating counterargument and reacting to them is one of the hardest demands of argumentative writing. The present study focused on second, fourth, and seventh graders’ ability to generate counterarguments in their writings. The results showed that, although counterarguments appear in some of the second graders’ writings, it is only after the fourth grade that their presence is systematically observed in children’s writing. Age- and schooling-related effects were also noted on the number of counterarguments examined per text. The global structure of the texts produced (a narrative vs. an opinion text did not affect the production of counterargument by children, although a main effect of such factors was noted on the number of ideas children used to justify their own views. The role of pragmatic factors in the development of counterargument in

  18. Infantile colic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aleksandra Rurarz

    2016-12-01

    Full Text Available Infantile colic is one of the most common functional gastrointestinal disorders in infants, usually occurring between 2 weeks to 4 months of age. According to the definition, infantile colic is characterised by episodes of inconsolable crying, generally observed in the evening. Although these symptoms usually resolve spontaneously in the first six months of life, they often cause parental anxiety, leading to repeated medical appointments in search for help. Despite 40 years of research, the causes of this disorder are still unclear; hypersensitivity to cow’s milk protein, lactose intolerance, impaired gut microbiota, immaturity of the nervous system, the negative impact of tobacco smoke, inappropriate childcare techniques and psychosocial factors are believed to be involved in the pathogenesis. The treatment involves behavioural methods, i.e. reducing infant exposure to external stimuli. Breastfeeding mothers are advised to eliminate caffeine and hot spices from their diet and, in some cases, switch to a dairy-free diet. For formula-fed infants, it is recommended to use hydrolysates with a high degree of hydrolysis. Simethicone is commonly used in the pharmacological treatment as it reduces the surface tension of intestinal gases, enabling their easier elimination. The Rome III Diagnostic Criteria recommend to appropriately continue any method if considered effective by the parents, provided that there are no harmful consequences.

  19. Protocolos de investigação de variáveis psicológicas na epilepsia infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Teixeira Fernandes

    Full Text Available A epilepsia é uma condição crônica comum na infância, cujo diagnóstico mostra dificuldades psicossociais e de ajustamento familiar, que parecem estar relacionadas com crenças e qualidade da interação pais-filhos. Este trabalho teve como objetivo esquematizar estratégias de investigação para as variáveis familiares e psicológicas: crenças, impacto da doença, relacionamento familiar, identificação de mudanças. A partir do levantamento de relatos dos pais de crianças com epilepsia e de aspectos da literatura, foram elaborados questionários psicológicos para identificar as importantes variáveis que afetam a vida da criança com epilepsia e sua família. Diante deste contexto, pode-se concluir que o uso de protocolos de investigação mais adequados facilita a avaliação psicológica e garante a coleta de dados.

  20. Critérios para admissão de pacientes na unidade de terapia intensiva e mortalidade Criteria for patient admissiwwon in the intensive care unit and mortality rate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Maria Horta Caldeira

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar os critérios utilizados na prática clínica, no processo de triagem de pacientes para admissão em UTI. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo, em hospital terciário. Foram comparados quatro grupos diferentes de pacientes em relação à necessidade para admissão na UTI e divididos em prioridades 1, 2, 3 e 4, ou seja, prioridade 1 mais necessária até prioridade 4, menos necessária. RESULTADOS: Incluiu-se 359 pacientes, idade 66 (53,2-75,0 anos. APACHE II foi 23 (18-30. Obtevese 70,4% de vagas cedidas na UTI. A idade foi maior nos pacientes para os quais foram recusadas vagas em UTI 66,2±16,1 vs 61,9±15,2 anos (p= 0,02 e a prioridade 1 apresentou mais vagas cedidas 39,1% vs 23,8% vagas recusadas (p=0,01, o contrário ocorreu com prioridades 3 e 4. Pacientes com prioridades 3 e 4 apresentaram maiores idade, escores prognósticos e mais disfunções orgânicas, assim como maiores taxas de recusas. Ocorreram altas mortalidades destes grupos na UTI, 86,7% vs 31,3% no grupo de prioridades 1 e 2 (pOBJECTIVE: The aim of the study was to evaluate criteria used in clinical practice, for screening of patients for ICU admission. METHODS: Cohort prospective study in a tertiary hospital. Four groups were compared in relation to ICU admission by ranking priorities into groups 1, 2, 3 and 4; highest priority 1, lowest priority 4. RESULTS: Enrolled were 359 patients, 66 (53.2-75.0 years old. APACHE II was 23 (18-30. The ICU made available 70.4% of beds. Patients who were refused beds in the ICU were older, 66.2±16.1 versus 61.9±15.2 years of age (p= 0.02 and the priority 1 group had less refusal of beds, which means, 39.1% versus 23.8% had beds refused (p=0.01. The opposite occurred with priorities 3 and 4. Patients in priority 3 and 4 showed older ages, score system and more organ dysfunctions as well as more refusals of beds. ICU mortality rates were higher for priority groups 3 and 4 when compared to 1 and

  1. Marketing de alimentos industrializados destinados ao público infantil na perspectiva da rotulagem | Evalution of processed foods for children from the perspective of nutrition labeling and marketing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Soares Geraldo Ferreira

    2015-05-01

    Full Text Available Compreendendo a importância das informações contidas nos rótulos dos alimentos, foi objetivo do presente estudo avaliar a qualidade de alimentos industrializados destinados ao público infantil, comercializados na cidade do Rio de Janeiro, sob a ótica da rotulagem nutricional e do marketing. Foram avaliados alimentos e bebidas industrializadas das categorias mais consumidas pelo público infantil. Os rótulos selecionados foram avaliados de acordo com os parâmetros estabelecidos em regulamentações vigentes, assim como, os recursos de marketing empregados nas embalagens e sua composição nutricional para 100 g ou 100 mL. Foram avaliados os rótulos de 93 embalagens de alimentos industrializados de 33 fabricantes diferentes. Cada amostra foi avaliada em 32 quesitos, totalizando 2.976 análises. Houve conformidade em 80% dos itens avaliados, 19% não eram aplicáveis e 1% apresentou não conformidade à legislação. A análise de marketing identificou o uso de 20 diferentes estratégias. A análise da composição nutricional declarada no rótulo permitiu concluir que os alimentos classificados com quantidades elevadas de açúcar, gordura saturada, gordura trans e/ou sódio corresponderam a 66%. Torna-se fundamental um modelo eficiente de regulação e fiscalização da rotulagem e marketing de modo a garantir informações claras e fidedignas. --------------------------------------------------------------------------------------------- The aim of this study was to evaluate the quality of processed foods for children marketed in the city of Rio de Janeiro from the perspective of nutrition labeling and marketing in terms of the prevailing regulations. Industrialized foods and beverages consumed by were evaluated in the categories most commonly consumed by children were assessed. The product labels selected for the study were evaluated according to the parameters established in the current regulations, the marketing resources employed in

  2. O trabalho com espaço e forma na educação infantil: Experiências em colaboração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Luiza da Silva Fernandes

    2016-11-01

    étricas, possibilitar a realização de ações de medir, favorecer o diálogo e promover a vivência de trabalho em grupo. Foram realizadas diferentes atividades como: manipulação das peças, montagem de figuras livremente e a partir de traçados e de sombras, montagem de figuras tridimensionais e jogo do comprimento. A avaliação do trabalho considerou a observação de algumas questões: como foi a participação das crianças no grupo grande e em pequenos grupos? Como as crianças, de diferentes faixas etárias participaram das diferentes propostas? Quais atividades foram mais fáceis ou mais difíceis para cada grupo? Quais comportamentos e falas nos revelaram aprendizagens? A realização das atividades planejadas demonstrou que as crianças têm diversas hipóteses acerca das formas, identificam semelhanças e diferenças, utilizam vocabulário geométrico, argumentam acerca do que pensam, especialmente no trabalho em pequenos grupos, cujas experiências favorecem a participação de quase todas as crianças que os compõem. Considera-se que o trabalho possibilitou aprendizagens e favoreceu o contato com a matemática na educação infantil.

  3. Incremento na mortalidade associada à presença de diabetes mellitus em nipo-brasileiros Increase in the mortality associated with the presence of diabetes mellitus Japanese-Brazilians

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy A. Gimeno

    1998-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Como parte de um estudo envolvendo migrantes japoneses (issei e seus descendentes (nisei, residentes na cidade de Bauru no Estado de São Paulo, descrevem-se e comparam-se os coeficientes de mortalidade (CM observados para o período de 1993 a 1996 em indivíduos com graus diferentes de tolerância à glicose. MATERIAL E MÉTODO: Nesse estudo, em 1993, a coorte era composta por 530 nipo-brasileiros (236 issei e 294 nisei, de ambos os sexos, com idade entre 40 e 79 anos, sendo que 91 indivíduos (17% foram classificados como diabéticos não dependentes de insulina (DMNDI, 90 (17% como portadores de tolerância à glicose diminuída (TGD e 349 (66% como normais quanto à tolerância à glicose. Em 1996 foram identificados os óbtos ocorridos e obtidas informações dos familiares e dos certificados de óbito para o registro da data e da causa da morte. Calcularam-se, para os três grupos de indivíduos, os CM brutos e ajustados, por todas as causas e por causas específicas (doenças circulatória e renal. O modelo de Cox foi utilizado para a comparação dos CM ajustados segundo idade, sexo, geração, creatinina sérica, presença de hipertensão arterial, de dislipidemia e de obesidade. RESULTADOS E CONCLUSÕES: As razões entre os CM brutos de indivíduos diabéticos e normais foram 2,95 (IC 95%: 1,10 -7,62 para os óbitos ocorridos por todas as causas e 4,75 (IC 95%: 1,31 - 16,48 para os óbitos por causas específicas. Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os CM brutos de indivíduos com TGD quando comparados aos indivíduos normais. Após o ajuste simultâneo pelas variáveis de controle, observou-se que, entre os indivíduos diabéticos, a força de mortalidade por causas específicas foi aproximadamente 4 vezes aquela observada entre os indivíduos normais (Razão dos CM: 3,86 e IC 95%: 1,11 -13,38. Os resultados em nipo-brasileiros são consistentes com outros obtidos em populações diab

  4. Mortalidad intrahospitalaria por accidente cerebrovascular

    OpenAIRE

    Federico Rodríguez Lucci; Virginia Pujol Lereis; Sebastián Ameriso; Guillermo Povedano; María F. Díaz; Alejandro Hlavnicka; Néstor A. Wainsztein; Sebastián F. Ameriso

    2013-01-01

    La mortalidad global por accidente cerebrovascular (ACV) ha disminuido en las últimas tres décadas, probablemente debido a un mejor control de los factores de riesgo vascular. La mortalidad hospitalaria por ACV ha sido tradicionalmente estimada entre 6 y 14% en la mayoría de las series comunicadas. Sin embargo, los datos de ensayos clínicos recientes sugieren que esta cifra sería sustancialmente menor. Se revisaron datos de pacientes internados con diagnóstico de ACV del Banco de Datos de Str...

  5. INTERFACES ENTRE DESENHO E LETRAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL

    OpenAIRE

    Leite, Aline Cristina de Castro Garcia

    2016-01-01

    Esta pesquisa teve como objetivo analisar as práticas e concepções de professores da Educação Infantil acerca da utilização do desenho como ferramenta de ensino e como forma de inserção das crianças no letramento. Teve como pressuposto a concepção de Educação Infantil como possibilitadora de acesso à criança aos conhecimentos sistematizados, contemplando as necessidades físicas, motoras, cognitivas, afetivas e emocionais da criança. Algumas questões deram origem à proposição de...

  6. A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA E A LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTRA CRUELDADE ANIMAL E VIOLÊNCIA INTERPESSOAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Cortes Beretta

    2016-08-01

    Full Text Available Resumo: A crueldade contra animais coexiste habitualmente com uma vasta gama de outros problemas (violência interpessoal, comportamento anti-social, bullying, etc. e pode ser identificada em crianças com idade inferior aos sete anos. A violência contra animais reflete diretamente na violência doméstica e interpessoale a crueldade contra seres indefesos e emocionalmente dependentes é parte de um ciclo insidioso de agressão. A formação de consciência crítica e individual se faz necessária nas etapas iniciais de vida do ser humano, portanto deve-se reconhecer e assumir que a criança é um ser social que constrói e cria cultura. O uso do lúdico através de jogos, teatros e brinquedos, é instrumento eficaz no desenvolvimento do pensamento e da autonomia infantil. Por isso, objetivou-se, através da ludicidade, que o público infantil aprendesse e transmitisse de forma adequada e segura, que os animais têm sentimentos; e que atos de crueldades contra eles não devem ser feitos ou repetidos. As atividades foram desenvolvidas de agosto de 2014 a novembro de 2015, nas cidades de Mineiros e Jataí, Goiás, Brasil. Foram realizadas ações pedagógicas aplicadas, como teatro, cantiga, cartilha educativa, brincadeiras interativas com massa de modelar e quebra-cabeça. Com a realização do projeto notou-se o interesse das crianças em aprender, transmitir a mensagem a seus familiares e, principalmente, colocar em prática o conhecimento adquirido por meio da dinâmica realizada. Como retorno, observou-se que a maneira lúdica e educativa foi eficiente em despertar o interesse das crianças contra a crueldade animal, quebrando neste caso o ciclo insidioso de violência. Palavras-chave: Extensão Universitária, bem estar animal, sensibilização, ensino fundamental.   The university extension and ludicity in early childhood education against animal cruelty and interpersonal violence Abstract: Animal cruelty usually coexists with other

  7. Para além de vínculos diretos entre características fonético-segmentais e ortográficas na escrita infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourenço Chacon

    2012-11-01

    Full Text Available Questionando o olhar que freqüentemente estabelece vínculos diretos entre características fonético-segmentais possíveis em enunciados falados e características ortográficas na escrita infantil, buscamos outras características da língua e da linguagem que contribuiriam para o estabelecimento desses vínculos. Para tanto, analisamos registros de coda silábica em textos escritos de crianças entre 5 e 6anos de uma escola municipal de educação infantil. Nesses registros, observamos, para além desses vínculos diretos, a contribuição de aspectos da língua e da linguagem como os prosódicos, morfológicos, enunciativos e discursivos. Atribuímos a contribuição desses aspectos para o registro da coda às várias formas como se mostram na escrita inicial as relações entre a criança e a linguagem.

  8. Compressão da mortalidade: um estudo da variabilidade da idade à morte na população do Estado de São Paulo, Brasil, 1980-2005 Compression of mortality: a study on the variability of age at death in the State of São Paulo, Brazil, 1980-2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Roberto Gonzaga

    2009-07-01

    Full Text Available Este trabalho analisou as mudanças na estrutura de mortalidade da população do Estado de São Paulo, Brasil, entre 1980 e 2005, na tentativa de identificar os efeitos destas mudanças na variabilidade da idade à morte. As evidências de um deslocamento da distribuição de óbitos para as idades mais avançadas foram claras, pois o tempo médio de vida da população aumentou cerca de sete anos. Buscou-se analisar se esse deslocamento foi acompanhado por uma redução na variabilidade da idade à morte, o que daria suporte para o início de um processo de compressão da mortalidade. Dois períodos distintos de mudança na variabilidade da idade à morte foram evidenciados. No primeiro (1980 a 1995, identificou-se aumento na variabilidade da idade à morte. Já no segundo (1995 a 2005 reconheceu-se tendência de redução nessa variabilidade. Estimativas acima de determinado quartil da distribuição dos óbitos por idade indicaram que o processo de compressão da mortalidade ocorreu em quase todo o período. Destaca-se que as mulheres apresentaram variabilidade da idade à morte significativamente menor que os homens em todo o período analisado.In the present study, changes in the population mortality structure in the State of São Paulo, Brazil, were analyzed from 1980 to 2005, aimed at identifying the effects of these changes on the variability of age at death. Evidence of a change in the distribution of deaths toward more advanced ages was found, and the mean lifespan for the overall population increased by seven years during the period. Two different scenarios were observed. The first (1980-1995 showed an increase in the variability of age at death. The second (1995-2005 showed a downward trend in variability. Estimates beyond a given quartile of the death distribution by age indicated that compression of mortality took place throughout the entire period. However, variability of age at death was lower for males as compared to females.

  9. O impacto do transplante hepático infantil na dinâmica familiar The impact of pediatric liver transplantation on family relations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Camaratta Anton

    2010-01-01

    Full Text Available O presente estudo buscou compreender o impacto do transplante hepático infantil (THI na dinâmica familiar. Participaram da pesquisa seis mães de crianças transplantadas de fígado. O tempo pós-transplante variou entre um e seis anos. As mães foram entrevistadas a respeito do relacionamento familiar no contexto do THI. Análise de conteúdo qualitativa revelou que a relação genitores-criança doente foi permeada pelo medo da morte, levando a atitudes permissivas e superprotetoras, na tentativa de poupar o filho de mais sofrimentos, sendo que este padrão de relacionamento manteve-se presente mesmo após o transplante e a melhora do quadro de saúde dos filhos. A relação do casal tendeu a fortalecer-se e centrar-se nas preocupações a respeito da doença e do transplante, havendo mais diálogo e união. A relação com os filhos sadios passou para segundo plano, surgindo sentimentos de desamparo, ciúmes e rivalidade nas crianças. A família extensiva, por sua vez, tendeu a tornar-se mais próxima e apresentou um importante papel de apoio. Os resultados apontaram que toda a família foi afetada, havendo necessidade de reestruturação familiar, o que reforça a importância do acompanhamento psicológico precoce e sistemático às famílias, visando facilitar a adaptação à situação de doença, prevenindo o desenvolvimento de problemas emocionais.This study attempts to understand the impact of pediatric liver transplantation on family relations. Six mothers of two-parent families whose children had been submitted to liver transplant within the last six years participated in the study. Mothers were interviewed about family relationships in the context of pediatric liver transplantation. Qualitative content analysis of the interviews revealed that parents-child relationship was marked by fear of death, leading to permissive and overprotective attitudes in order to reduce the child's suffering. It was noted that this pattern of

  10. Tuberculose infantil: estudo retrospectivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boaventura Antonio dos Santos

    2011-10-01

    Full Text Available Introdução: A tuberculose (TB infantil permanece como uma das doenças mais prevalentes e preocupantes no mundo, sobretudo em nações em desenvolvimento, onde as taxas são ainda mais elevadas e os casos descritos subestimados pela dificuldade em se estabelecer um diagnóstico definitivo. Dessa forma, este estudo tem como objetivo descrever o perfil clínico e epidemiológico dos pacientes com TB infantil pulmonar e extrapulmonar. Métodos: Foram avaliados retrospectivamente, através de questionário, pacientes com idade de até 15 anos, internados no Serviço de Pediatria do HCPA, no período de janeiro de 2002 a setembro de 2007.   Resultados: Dos 52 pacientes incluídos, 63% apresentavam TB pulmonar. Das formas extra-pulmonares, a meningoencefalite foi a mais prevalente (22%. Comorbidades foram dectadas em 31 (60% pacientes, dos quais 15 (29% apresentavam desnutrição grave, 9 (18% HIV positivo e 7 (13% pneumopatia crônica. Das manifestações clínicas, febre e tosse estavam presentes na maioria dos pacientes. O padrão radiológico predominante foi o de consolidação pulmonar (51%. A maioria dos pacientes referia história de contato com paciente bacilífero (64%. Conclusão: A TB pulmonar representa a principal forma de apresentação clínica da TB, sendo o diagnóstico feito de forma presuntiva na maioria dos casos. O diagnóstico baseado na comprovação bacteriológica foi obtido numa minoria de pacientes, demonstrando a importância dos achados clínico-laboratoriais, história epidemiológica e vacinal para o diagnóstico. Nesse sentido, a criação de escores tem se tornado uma ferramenta de fácil acesso e com razoável acurácia para auxiliar o diagnóstico de TB em serviços de baixa complexidade, especialmente o ambulatorial.

  11. Prevención, promoción del desarrollo y atención temprana en la Escuela Infantil Prevenção, promoção do desenvolvimento e atenção precoce na Escola Infantil Prevention, promotion of development and early intervention in the Nursery School

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio Pérez-López

    2012-03-01

    Full Text Available En este trabajo se plantea la importancia y necesidad, desde el ámbito de la atención temprana, de poner en marcha programas de prevención primaria orientados a promocionar el desarrollo infantil y el ajuste familiar y escolar. Se expone la experiencia llevada a cabo desde el año 2005 por el Grupo de Investigación en Atención Temprana (GIAT de la Universidad de Murcia (España, y se analizan los resultados obtenidos en el curso 2010-2011 en la Escuela Infantil de Lorquí (Murcia, España con un grupo de 64 niños y sus respectivas familias. Los resultados indican un progreso mental y psicomotor de los niños, entre el principio y el final del curso escolar, lo que pone en evidencia la relevancia de este tipo de programa. También se constata un mejor nivel de desarrollo inicial en los niños y las familias que han seguido el programa de prevención y promoción del desarrollo infantil frente a los que no lo han recibido.Este artigo evidencia a importância e a necessidade de implementar, no âmbito da atenção precoce, programas de prevenção primária destinados a promover o desenvolvimento infantil e o ajuste familiar e escolar. Descreve a experiência realizada desde 2005 pelo Grupo de Pesquisa em Atenção Precoce (GIAT, da Universidade de Murcia (Espanha, e analisa os resultados obtidos nos anos de 2010-2011 na Escola Infantil de Lorquí (Murcia, Espanha, com um grupo de 64 crianças e suas respectivas famílias. Os resultados indicam um progresso no desenvolvimento mental e psicomotor das crianças, entre o início e o final do curso escolar, o que evidencia a relevância deste tipo de programa. Também constata um melhor nível de desenvolvimento inicial nas crianças e famílias que frequentaram o programa de prevenção e promoção do desenvolvimento infantil frente aos que não o frequentaram.This paper discusses the importance and necessity from the field of early childhood, to implement primary prevention programs designed

  12. Efeito do ruído na voz de educadoras de instituições de educação infantil

    OpenAIRE

    Simões-Zenari, Marcia; Bitar, Mariangela Lopes; Nemr, Nair Katia

    2012-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a associação entre níveis de ruído presentes em centros de educação infantil e alterações vocais em educadoras. MÉTODOS: Estudo transversal com 28 educadoras de três instituições de educação infantil de São Paulo, SP, em 2009. Os níveis de pressão sonora foram mensurados segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, com uso de medidor de nível de pressão sonora. As médias foram classificadas de acordo com os níveis de conforto, desconforto e dano auditivo propostos pel...

  13. O ensino da língua Brasileira de sinais na educação infantil para crianças ouvintes e surdas: considerações com base na psicologia histórico-cultural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hivi de Castro Ruiz Marques

    2013-12-01

    Full Text Available Este artigo objetiva expor considerações teóricas a respeito do ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras na educação infantil como recurso na mediação entre crianças ouvintes e surdas, considerando a importância do mesmo para a inclusão, e discutir seu impacto sobre o desenvolvimento humano, sob a perspectiva da Psicologia Histórico-Cultural (PHC. O conteúdo resulta de investigação bibliográfico-conceitual desenvolvida no período de 2011-2012. Entendemos que o ensino de Libras pode favorecer a aprendizagem e o desenvolvimento de crianças surdas e ouvintes, permitindo, sobretudo, àquelas multiplicar o número de interlocutores. A Libras oportuniza trocas linguísticas efetivas entre os pares surdos e ouvintes, e às crianças ouvintes oferta o acesso a um universo cultural desconhecido. Estudos de fontes primárias (publicações soviéticas e secundárias (publicações mais recentes sobre a defectologia vygotskiana, o ensino da Libras e a linguagem apontam a possibilidade de desenvolvimento de crianças ouvintes e surdas no que concerne à linguagem, sendo importante o ensino da Libras como segunda língua, enquanto recurso para crianças ouvintes. Podemos concluir quanto é necessário incrementar o ensino da Libras, e para isso a legislação regulamentada deve ser de fato cumprida. A Libras, ao estar presente nos espaços da educação escolar, não é privilégio, mas constitui-se em conteúdo fundante ao surdo e elemento agregador para o ouvinte em seu processo de formação genérica, de homem cultural.

  14. Mortalidad intrahospitalaria por accidente cerebrovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico Rodríguez Lucci

    2013-08-01

    Full Text Available La mortalidad global por accidente cerebrovascular (ACV ha disminuido en las últimas tres décadas, probablemente debido a un mejor control de los factores de riesgo vascular. La mortalidad hospitalaria por ACV ha sido tradicionalmente estimada entre 6 y 14% en la mayoría de las series comunicadas. Sin embargo, los datos de ensayos clínicos recientes sugieren que esta cifra sería sustancialmente menor. Se revisaron datos de pacientes internados con diagnóstico de ACV del Banco de Datos de Stroke de FLENI y los registros institucionales de mortalidad entre los años 2000 y 2010. Los subtipos de ACV isquémicos se clasificaron según criterios TOAST y los ACV hemorrágicos en hematomas intrapanquimatosos, hemorragias subaracnoideas aneurismáticas, malformaciones arteriovenosas y otros hematomas intraparenquimatosos. Se analizaron 1514 pacientes, 1079 (71% con ACV isquémico (grandes vasos 39%, cardioembólicos 27%, lacunares 9%, etiología indeterminada 14%, otras etiologías 11% y 435 (29% con ACV hemorrágico (intraparenquimatosos 27%, hemorragia subaracnoidea 30%, malformaciones arteriovenosas 25% y otros hematomas espontáneos 18%. Se registraron 38 muertes intrahospitalarias (17 ACV isquémicos y 21 ACV hemorrágicos, representando una mortalidad global del 2.5% (1.7% en ACV isquémicos y 4.8% en ACV hemorrágicos. No se registraron muertes asociadas al uso de fibrinolíticos endovenosos. La mortalidad intrahospitalaria en pacientes con ACV isquémico y hemorrágico en nuestro centro fue baja. El manejo en un centro dedicado a las enfermedades neurológicas y el enfoque multidisciplinario por personal médico y no médico entrenado en el cuidado de la enfermedad cerebrovascular podrían explicar, al menos en parte, estos resultados.

  15. Educação infantil no período militar: nuances políticas de sua implantação na Escola Estadual João Pinheiro (Ituiutaba, MG, 1964 a 1985

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique de Carvalho

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo tem por propósito apresentar e discutir a base legal que possibilitou a implantação da educação infantil no Brasil, durante o período de vigência da Ditadura Civil Militar no País (1964 a 1985. Mas para proceder tal estudo examinamos como foi esse processo de instauração da educação infantil na Escola Estadual João Pinheiro, no município de Ituiutaba (MG. Por outro lado, também é nosso objetivo discorrer sobre algumas das práticas pedagógicas desenvolvidas nas primeiras séries dessa modalidade de ensino, procurando situá-las no âmbito do comportamento social já determinado pelo próprio contexto educacional vigente à época, ou seja, configurado a partir das diretrizes política-institucionais instauradas pelo Estado Militar.

  16. Literatura infantil: espaço lúdico na Unidade Básica de Saúde do Bairro Boa Esperança em Sinop no Estado de Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osmilda Pereira da Silva Albuquerque

    2014-03-01

    Full Text Available Este artigo aborda a utilização da literatura infantil na Unidade Básica de Saúde. Teve como objetivo identificar o conhecimento de profissionais da saúde sobre essa temática, possibilitando desenvolver práticas que integram educação e saúde, através da literatura infantil. O método utilizado foi o participativo com abordagem qualitativa, coletados através de entrevistas gravadas e transcritas. Os dados demonstraram que os profissionais da saúde, não têm conhecimento da temática abordada, mais são favoráveis a criação de um espaço lúdico pedagógico, para que incentive as crianças a leitura. Palavras-chave: ludicidade; saúde e educação; pedagogia.

  17. Mortality is higher in patients with leptomeningeal metastasis in spinal cord tumors Mortalidade é mais elevada na disseminação metastática leptomeníngea em tumores da medula espinhal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Amoreira Gepp

    2012-01-01

    Full Text Available Spinal cord tumors are a rare neoplasm of the central nervous system (CNS. The occurrence of metastases is related to poor prognosis. The authors analyzed one series of metastasis cases and their associated mortality. METHODS: Clinical characteristics were studied in six patients with intramedullary tumors with metastases in a series of 71 surgical cases. RESULTS: Five patients had ependymomas of which two were WHO grade III. The patient with astrocytoma had a grade II histopathological classification. Two patients required shunts for hydrocephalus. The survival curve showed a higher mortality than the general group of patients with no metastases in the CNS (pTumores da medula espinhal são neoplasias raras do sistema nervoso central (SNC. A ocorrência de metástases é relacionada a pior prognóstico. Os autores analisaram uma série de casos de metástases e a mortalidade relacionada. MÉTODO: Foram estudadas as características clínicas em seis pacientes com metástases tumorais numa série de 71 casos operados. RESULTADOS: Cinco pacientes tinham ependimomas e dois dos quais foram grau III pela classificação da OMS. O paciente portador de astrocitoma tinha classificação histopatológica de grau II. Dois pacientes necessitaram de derivação devido à hidrocefalia. A curva de sobrevivência mostrou mortalidade mais elevada no grupo de pacientes com disseminação pelo SNC (p<0,0001. CONCLUSÃO: A mortalidade, além de elevada em pacientes com metástases, é maior do que em pacientes apenas com lesão primária. Os ependimomas, independentemente do seu grau de anaplasia, costumam causar mais metástases do que os astrocitomas medulares.

  18. Mortality is higher in patients with leptomeningeal metastasis in spinal cord tumors Mortalidade é mais elevada na disseminação metastática leptomeníngea em tumores da medula espinhal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Amoreira Gepp

    2013-01-01

    Full Text Available Spinal cord tumors are a rare neoplasm of the central nervous system (CNS. The occurrence of metastases is related to poor prognosis. The authors analyzed one series of metastasis cases and their associated mortality. METHODS: Clinical characteristics were studied in six patients with intramedullary tumors with metastases in a series of 71 surgical cases. RESULTS: Five patients had ependymomas of which two were WHO grade III. The patient with astrocytoma had a grade II histopathological classification. Two patients required shunts for hydrocephalus. The survival curve showed a higher mortality than the general group of patients with no metastases in the CNS (pTumores da medula espinhal são neoplasias raras do sistema nervoso central (SNC. A ocorrência de metástases é relacionada a pior prognóstico. Os autores analisaram uma série de casos de metástases e a mortalidade relacionada. MÉTODO: Foram estudadas as características clínicas em seis pacientes com metástases tumorais numa série de 71 casos operados. RESULTADOS: Cinco pacientes tinham ependimomas e dois dos quais foram grau III pela classificação da OMS. O paciente portador de astrocitoma tinha classificação histopatológica de grau II. Dois pacientes necessitaram de derivação devido à hidrocefalia. A curva de sobrevivência mostrou mortalidade mais elevada no grupo de pacientes com disseminação pelo SNC (p<0,0001. CONCLUSÃO: A mortalidade, além de elevada em pacientes com metástases, é maior do que em pacientes apenas com lesão primária. Os ependimomas, independentemente do seu grau de anaplasia, costumam causar mais metástases do que os astrocitomas medulares.

  19. Nem só de pão se vive: a voz das mães na obesidade infantil No solo de pan se vive: la voz de las madres en la obesidad infantil One does not live of bread only: the mothers' voice in the child's Obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Machado Moraes

    2013-01-01

    Full Text Available A obesidade infantil tornou-se uma preocupação mundial e de saúde pública. Sabe-se que existem diversos fatores que predispõem à doença (biológicos, econômicos, pessoais, socioculturais e familiares, porém, nesta pesquisa, o objetivo geral foi compreender os elementos presentes na história familiar de crianças com obesidade. Participaram seis mães e uma avó de crianças, na faixa etária entre oito a dez anos incompletos, que se encontravam em atendimento em um ambulatório de referência para obesidade infantil. Foi utilizada uma entrevista com roteiro previamente estabelecido e, posteriormente, os resultados foram analisados com base na análise de conteúdo temática. Pode-se concluir que as famílias apresentaram falta de coesão acerca das normas alimentares e de limites à criança, conflitos conjugais e familiares e dificuldades em adequar o ambiente às recomendações solicitadas pelos profissionais.La obesidad infantil se volvió una preocupación mundial y de salud pública. Se sabe que existen diversos factores que predisponen a la enfermedad (biológicos, económicos, personales, socioculturales y familiares, sin embargo, en esta investigación, el objetivo general fue comprender los elementos presentes en la historia familiar de niños con obesidad. Participaron seis madres y una abuela de niños, con edades entre ocho a diez años aún no completados, que se encontraban en servicio en una clínica de referencia para obesidad infantil. Fue utilizada una entrevista con un guión previamente establecido y, posteriormente, los resultados fueron analizados con base en el análisis del contenido temático. Se puede concluir que las familias presentaron falta de cohesión acerca de las normas alimenticias y de límites al niño, conflictos conyugales y familiares y dificultades en adecuar el ambiente a las recomendaciones solicitadas por los profesionales.Childhood obesity has become a global and a public health concern

  20. Educação de qualidade na educação infantil: quanto custará aos municípios capixabas esse direito a partir do PNE 2014-2024?

    OpenAIRE

    Edson Maciel Peixoto; Vania Carvalho de Araújo

    2017-01-01

    Este artigo demonstra como as políticas educacionais para a Educação Infantil, sobretudo as relacionadas à ampliação do acesso e à garantia da qualidade do ensino no âmbito do Plano Nacional de Educação 2014-2024, dependem de novas fontes de recursos financeiros e de uma nova matriz de financiamento e distribuição que contemplem a qualidade na perspectiva democrática. As análises, provenientes de pesquisa bibliográfica, documental e de simulação do Custo Aluno-Qualidade (CAQ) para a Educação ...

  1. O uso do "photoscreening" no estudo de fatores ambliopigênicos na população infantil The use of Photoscreening in the study of the amblyopigenics factors in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Paulo Leite dos Reis

    2000-02-01

    Full Text Available Objetivo: Estudar a precisão do aparelho "MTI Photoscreener" na triagem de uma população infantil, identificando fatores ambliopigênicos como ametropias, anisometropias, estrabismos e cataratas congênitas e opacidades dos meios transparentes. Métodos: Durante o projeto "Veja Bem Brasil" os autores examinaram com uma máquina de "photoscreening" (MTI Photoscreener, 107 crianças, com idade variando entre 6 e 15 anos, comparando estes resultados com aqueles encontrados em posterior exame oftalmológico completo. Resultados: Ao final encontraram 31 (28,97% crianças com alguma patologia oftalmológica e 76 (71,02% dentro da normalidade. As análises estatísticas da precisão do aparelho revelaram os seguintes valores: sensibilidade 90,32%; especificidade, 96,05%; valores preditivos positivos e negativos de 90,32% e 96,05%, respectivamente. Conclusão: Os resultados acima citados demonstraram a confiabilidade do teste de "Photoscreening" na triagem de pacientes em idade escolar.Purpose: To study the accuracy of the MTI Photoscreener in the screening of an infantile population, for amblyopia causing factors such as ametropias, anisometropias, strabismus, congenital cataracts and opacities of the media. Methods: During the execution of a study project "Veja Bem Brasil" ("See Well Brazil", the AA used the MTI Photoscreener to examine 107 children, with ages varying from 6 to 15 years, and compared these results with those of a following complete ophthalmic examination. Results: The end results gave us 31 (28.97% children with an ophthalmic pathology and 76 (71.02% within normal limits. Statistical analysis showed the following values: sensivitity, 90.32%; specificity, 96.05%; positive predictive values and negative predictive values of 90.32% e 96.05%, respectively. Conclusion: The above results showed the "photoscreening" test to be reliable to screen young patients of school age.

  2. As práticas educativas de qualidade como fator de normalização escolar na educação infantil = Quality educational practices as a factor of school standardization in childhood education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rudinei Barichello Augusti

    2011-07-01

    Full Text Available Esta produção intelectual persegue a busca da maior compreensão acerca das questões que perpassam o cenário educacional, mais especificamente as práticas de qualidade na Educação Infantil. Fazem-se necessárias investigações, para que se compreenda o desejo de governamento e de qualidade na Educação Infantil e, ao mesmo tempo, as práticas pedagógicas de qualidade e de controle que ocorrem nos espaços escolares. As práticas educativas de qualidade são percebidas dentro deste âmbito de relações de poder governamental. A qualidade não se faz entender como o desejo e a necessidade de cada sujeito dentro de seu contexto social e cultural, mas sim, dentro de uma perspectiva de anseios políticos, econômicos, sociais e culturais generalizados, que resulta em uma unificação do que se acopla como qualidade educativa nacional. Dessa forma, tem-se como objetivo investigar a legislação e outros referenciais teóricos, os ambientes escolares e como se dá a qualidade nas práticas normativas de educação em nível de Educação Infantil, para compreender como acontece a normalização e o controle escolar pelo viés do governamento.This intellectual production pursues a greater understanding of the issues that pervade the educational scene, especially the quality practices in early childhood education. Investigations are necessary to understand the desire for governance and quality in childhood education, as well as teaching practices of quality and control that occur in school spaces. Quality educational practices are perceived within this framework of government power relations. Quality is not understood as the desire and need of each subject within their social and cultural context, but rather within a perspective of widespread political, economic, social and cultural desires, resulting in a unification that attaches to national educational quality. Thus, the objective is to investigate the legislation and other theoretical

  3. Culturas da infância e espaços pedagógicos na educação infantil: interlocução para qualificação da prática educativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Milton de Lima

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo retrata uma pesquisa que estabeleceu como objetivo central investigar as possibilidades de qualificação do trabalho pedagógico, no âmbito da Educação Infantil, a partir da integração de eixos das culturas da infância com os espaços pedagógicos. A metodologia, de natureza qualitativa, caracterizou-se como pesquisa-ação. Adotou como procedimentos a realização de diagnósticos sobre as concepções de educação, infância e criança; reconhecimento da estrutura física e material das instituições investigadas; realização de seminários e palestras para estudos e reflexões, desenvolvimento de atividades com as crianças e busca de transformação da realidade estudada. O suporte teórico que orientou a pesquisa apoiou-se, de maneira complementar, na Teoria Histórico Cultural e na Sociologia da Infância, pois essas duas correntes teóricas concebem a infância com características e identidades próprias e as crianças como sujeitos interpretativos e criativos. Partiu-se do pressuposto de que as crianças para avançarem no seu desenvolvimento, necessitam de propostas educativas que contemplem os seus interesses e necessidades, destaque para as atividades lúdicas e as interações sociais. Contrariamente, o trabalho pedagógico na Educação Infantil, na realidade brasileira, de modo geral, revela discrepâncias entre a produção científica atual e a prática educativa destinada às crianças nessa modalidade educacional. Como resultado, destaca-se reformas nas escolas, investimento na formação dos professores que atuavam no âmbito das creches e pré-escolas, visando aproximá-los das correntes teóricas que fundamentam o projeto e, ainda, qualificação da prática educativa, alcançada pela ampliação do referencial teórico e melhoria das condições de trabalho dos professores.

  4. Recurrent infantile digital fibromatosis

    African Journals Online (AJOL)

    We present a case of an 8-year-old-boy with recurrent infantile digital fibromatosis (IDF) who presented with new ... Keywords: fibrous tumors, inclusion body fibromatosis, infantile digital fibromatosis, spindle cells, Reye tumor .... watch-and-wait strategy for patients with histologically confirmed IDF nodules that do not cause ...

  5. A saúde mental infantil na Saúde Pública brasileira: situação atual e desafios Child mental health and Public Health in Brazil: current situation and challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Ventura Couto

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar a situação atual de desenvolvimento da política pública brasileira de saúde mental infantil e juvenil, com foco nos Centros de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil e na rede intersetorial potencial de atenção à saúde mental infantil e juvenil que engloba outras políticas relacionadas à criança e ao adolescente em âmbito nacional. MÉTODO: Análise de publicações e dados oficiais do governo brasileiro sobre a implantação e/ou distribuição de serviços públicos nacionais relacionados à criança e ao adolescente. RESULTADOS: A política brasileira de saúde mental infantil e juvenil tem como ação central a implementação de Centros de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil para atendimento dos casos de transtornos mentais que envolvem prejuízos funcionais severos e persistentes. Existe uma rede intersetorial potencial de cuidado que pode se efetivar com a articulação das ações específicas de saúde mental infantil e juvenil nos setores da saúde geral/atenção básica, educação, assistência social e justiça/direitos. Esta articulação será de grande importância para o atendimento de problemas mais freqüentes, que envolvem prejuízos mais pontuais. DISCUSSÃO: No Brasil, o incremento do sistema de cuidados depende da expansão da rede de serviços de saúde mental infantil e juvenil, dos mais aos menos especializados, e de sua articulação efetiva com outros setores públicos dedicados ao cuidado da infância e adolescência.OBJECTIVE: To describe and analyze current developments in the Brazilian child and adolescent mental health public policy, focusing on the Centers for Psychosocial Care for Children and Adolescents and in a potential child and adolescent mental health care system, derived from other child and adolescent public policies in the national context. METHOD: Examination of publications and official data produced by the Brazilian government about the implementation

  6. Impacto do ecocardiograma transesofágico intraoperatório na mortalidade em cirurgia de revascularização do miocárdio com circulação extracorpórea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcello Fonseca Salgado Filho

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as taxas de mortalidade e morbidade de doentes submetidos à revascularização do miocárdio (RVM com circulação extracorpórea (CEC que utilizaram rotineiramente o ecocardiograma transesofágico intraoperatório (ETEio. MÉTODOS: estudo retrospectivo, observacional com avaliação de prontuários de 360 doentes no período entre abril de 2010 a abril de 2012. Foram analisados: idade, peso, altura sexo, EUROscore, diabete melito, fração de ejeção e artérias acometidas. Os desfechos foram compilados no intra e no pós-operatório (infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, disfunção renal, hemodiálise, fibrilação atrial, tempo de internação no centro de tratamento intensivo. RESULTADOS: foram incluídos 53 doentes, com 27 recebendo a monitoração. Foram excluídos 307 porque não foram operados pela mesma equipe cirúrgica. Os dois grupos foram homogêneos quanto a idade, peso e sexo, porém, a fração ejeção foi menor no grupo que recebeu o ecotransesofágico (G ETEio: 56,3%; G Não ETEio: 65,9% ± 11; p=0,01. Nos doentes em que não foi utilizado o ETEio, a mortalidade foi maior (G ETEio: 0% e G Não ETEio: 7,6%; p=0,01. Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à incidência de acidente vascular encefálico, infarto agudo do miocárdio, fibrilação atrial aguda e lesão renal. CONCLUSÃO: a utilização do ecocardiograma transesofágico intraoperatório em pacientes submetidos à revascularização do miocárdio, com circulação extracorpórea, diminuiu a mortalidade perioperatória; orientou quanto a utilização dos fármacos inotrópicos e vasodilatadores e contribuiu para uma melhor evolução dos doentes.

  7. Mortalidade por leucemias relacionada à industrialização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leal Carmen Helena Seoane

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a distribuição espacial da mortalidade por leucemia na população, buscando identificar agregados e estabelecer sua relação com os níveis de industrialização. MÉTODOS: O estudo foi realizado nas 43 regiões de governo do Estado de São Paulo, no qüinqüênio 1991-1995. Foi construído um "índice de industrialização relativo à leucemia" (IIRL baseado no número de indústrias e empregos industriais por 100.000 habitantes, valor adicionado fiscal, variedade de ramos industriais e indústrias com potenciais exposições de risco para a leucemia. O IIRL foi distribuído em cinco categorias. Verificaram-se os coeficientes padronizados de mortalidade por leucemia em cada uma das regiões, também distribuídos em cinco categorias e comparados ao mapa IIRL. RESULTADOS: As regiões mais industrializadas em ordem decrescente foram Campinas, Piracicaba, Jundiaí, Sorocaba e São Paulo. Não foi encontrada associação entre mortalidade, por nenhum tipo de leucemia, e industrialização. A região de Jales foi a que apresentou o mais alto coeficiente padronizado de mortalidade por leucemia. CONCLUSÕES: A distribuição da mortalidade por leucemia ocorreu de forma homogênea no Estado de São Paulo, não apresentando correlação com o nível de industrialização. Entretanto, aspectos relacionados ao método epidemiológico adotado -- estudo ecológico -- e ao uso do parâmetro "mortalidade por leucemia", doença cujo prognóstico tem mudado muito nas últimas décadas, limitaram a interpretação dos resultados.

  8. Literatura infantil sobre problemas infantiles: la diabetes

    OpenAIRE

    Lázaro Fernández, Patricia

    2015-01-01

    Debido al creciente número de casos de diabetes infantil que se está dando en la sociedad actual, no es raro encontrarse en las aulas cada vez más casos de esta enfermedad. Por esta razón, he decidido analizar dos libros sobre esta temática, para hacer un acercamiento del material seleccionado a las aulas y poder desarrollar junto con los niños un aprendizaje colectivo y cooperativo. En este trabajo se expone la importancia de la literatura y la literatura infantil como una ...

  9. Mortalidade por câncer do colo do útero: características sociodemográficas das mulheres residentes na cidade de Recife, Pernambuco Uterus cervix cancer mortality: socio-demographic characteristics of women living in the city of Recife, Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Guimarães de Mendonça

    2008-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as características sociodemográficas dos óbitos por câncer do colo uterino em residentes de Recife, Pernambuco, ocorridos entre 2000 e 2004. MÉTODOS: realizou-se um estudo transversal, populacional, com a inclusão de 323 óbitos por câncer do colo uterino, dos quais 261 encontravam-se registrados no Sistema de Informação sobre Mortalidade e 62 foram identificados após investigação das mortes por câncer em porção não especificada do útero. Obteve-se a mortalidade proporcional para todas as variáveis e foram calculadas medidas estatísticas de tendência central e dispersão para a idade. Quanto ao local de residência e faixa etária, realizou-se o teste do χ2 e obteve-se o coeficiente de mortalidade. RESULTADOS: houve predomínio de óbitos em mulheres com idade inferior a 60 anos (54,7%, negras (60,5%, sem companheiro (67,7%, donas de casa (71,2% e residentes em bairros com baixa condição de vida (53,3%. A maioria das mortes foi hospitalar (85,1%, das quais 90,2% ocorreram na rede do Sistema Único de Saúde (SUS. O coeficiente de mortalidade variou de 0,3 (na faixa etária inferior a 30 anos a 54,9/100.00 (em maiores de 80 anos. Comparando-se os óbitos por faixa etária e distrito sanitário com as características da população feminina residente na cidade, evidenciaram-se diferenças estatisticamente significantes (pPURPOSE: to describe the socio-demographic characteristics of deaths caused by uterine cervix cancer in women living in Recife, Pernambuco, Brazil, from 2000 to 2004. METHODS: a transversal populational study, including 323 deaths by uterine cervix cancer, among which 261 were recorded in the Information System about Mortality and 62 were identified after investigation on deaths by cancer at non-specified sites of the uterus. Mortality rate for all the variables was obtained and statistics for central tendency and variance were calculated. The χ2 test was performed to obtain the

  10. Consumo infantil de alimentos industrializados e renda familiar na cidade de São Paulo Association of children's consumption of processed foods and family income in the city of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Aquino

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o consumo infantil de alimentos industrializados e a relação com a renda familiar per capita, com base em inquérito domiciliar. MÉTODOS: O consumo alimentar de uma amostra probabilística da população infantil residente na cidade de São Paulo, entre zero e 59 meses de idade (n=718, foi estudado em 1995/1996 por meio de inquérito recordatório de 24h. Analisou-se a relação entre o consumo de 24 alimentos industrializados e a renda familiar per capita, distribuída em quartis. RESULTADOS: O consumo de açúcar foi maior entre as crianças de menor renda, enquanto achocolatados, chocolates, iogurte, leite em pó modificado e refrigerantes foram mais consumidos por crianças de maior renda familiar per capita (pOBJECTIVE: To describe children's consumption of processed foods and its relationship with per capita family income based on a household survey. METHODS: Food consumption was studied in a statistical sample of 718 children living in the city of São Paulo in the period 1995-1996. A 24-hour dietary recall was used. Data regarding the association of children's consumption of 24 processed foods and per capita family income (arranged in quartiles was analyzed. RESULTS: Consumption of sugar was higher among children of low income families whereas the consumption of chocolate powder, chocolate, yogurt, infant formula and soft drinks was higher among children of high income families (p< 0.05. CONCLUSIONS: It seems that per capita family income affects the consumption of some processed foods.

  11. Análise da mortalidade na lista de espera de fígado no Paraná, Brasil: o que devemos fazer para enfrentar a escassez de órgãos? Analysis of liver waiting list mortality in Paraná, Brazi: what shall we do to face organ shortage?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Silveira

    2012-06-01

    Full Text Available RACIONAL: O transplante hepático é a melhor modalidade terapêutica para pacientes em estágio final de doença hepática. Minimização de morte, enquanto se espera o procedimento, envolve priorização de acordo com o estado clínico e a alocação adequada de fígados de doadores. OBJETIVO: Análise da mortalidade na lista de espera de fígado no estado do Paraná, PR, Brasil. MÉTODOS: Foram analisados ​​os dados sobre todos os pacientes (n = 65 que foram registrados na lista de espera de fígado durante um período de 32 meses. RESULTADOS: A morte em lista de espera foi de 41,5% (n = 27. Nenhuma diferença estatística foi observada em relação aos MELD / MELD-Na entre o grupo que faleceu (19,88 / 21,6 e não morreu (17,28 / 19,47. MELD-Na previu maior mortalidade, especialmente no subgrupo de pacientes com gravidade intermediária da doença (classe B previsto pelo escore de CTP. CONCLUSÃO: É crítica a escassez de doadores de órgãos nessa região e a taxa de mortalidade em lista de espera excede em muito o risco inerente de um transplante de fígado, especialmente entre pacientes com MELD mais baixos. É desejável a utilização de um protocolo agressivo de doadores com critérios expandidos, split liver e transplante de doador vivo.BACKGROUND: Orthotopic liver transplantation is the best therapeutic modality for patients with end stage of liver disease. Minimization of death, while waiting for the procedure, involves accurate priorization according to clinical status and appropriate allocation of donor livers. AIM: The mortality analysis in the liver waiting list in Paraná state, PR, Brazil. METHODS: Were analyzed the data on all patients (n=65 who were registered on the liver waiting list during a 32 months period in the state of Paraná, southern Brazil. RESULTS: The death rated in waiting list was 41,5% (n=27. No statistic difference was observed regarding the MELD/MELD-Na scores between the group who died (19,88/21,6 and

  12. Estratificación socioeconómica y salud materno infantil en México

    OpenAIRE

    Carlos Javier Echarri Cánovas

    2004-01-01

    El objetivo del artículo es el estudio de la salud de los niños en México, mediante un análisis que tenga como eje la diferenciación social, la atención a la salud materno infantil y la estructura familiar. Se argumenta la necesidad de prestar mas atención al análisis de los determinantes que de los indicadores de salud, en virtud de las características de información disponible y de los niveles de mortalidad infantil. Un aspecto metodológico importante es que lo...

  13. Evolução da mortalidade materna na 15a regional de saúde de Maringá, Estado do Paraná, entre 1989 e 2000 Maternal mortality evolution at the XV Maringá Health Center, state of Paraná, from 1989 to 2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Marisa Pelloso

    2002-04-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo descrever e analisar as causas e as taxas dos óbitos ocorridos entre as mulheres em idade fértil. Os dados foram colhidos através das declarações de óbito e das fichas de investigação do Comitê Regional de Mortalidade Materna de Maringá, Estado do Paraná, no período de 1989 a 2000. Os resultados mostram que o coeficiente de mortalidade materna é alto na região. Outro dado importante é a questão do sub registro dos óbitos. Em relação às causas de óbito materno, verificou-se que as obstétricas diretas, ou seja, as causas previníveis são as de maior incidência. Os números são absolutamente necessários para se ter uma visão do quadro epidemiológico e uma base sólida para ações. Eles permitem identificar os problemas e as falhas e possibilitam a formulação de propostas intervencionistas no sentido de diminuir os coeficientes de mortalidade maternaThis paper had the aim to describe and analyze the causes and death rates of females in fertile time. Data were collected from death certificates and investigation records of the Regional Committee of Mothers’ Death Rate in Maringá, state of Paraná, between 1980 and 2000. Results show that coefficient of mothers’ death rate is still high in the region under analysis. Other important data refer to details in these certificates. With regard to death causes, it has been verified that direct obstetric causes, that is, causes that could have been easily avoided were highest. Data are absolutely necessary so that one may have a precise idea of the epidemic picture and a solid base for triggering proceedings. In fact, if data identify problems and deficiencies, they also help in interventionist suggestions to decrease the coefficients of mothers’ death rate

  14. Orientação temporal e funções executivas na predição de mortalidade entre idosos: estudo Epidoso Orientación temporal y funciones ejecutivas en la predicción de mortalidad entre ancianos en el estudio Epidoso Time orientation and executive functions in the prediction of mortality in the elderly: Epidoso study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Junqueira Xavier

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a capacidade preditiva de índice cognitivo funcional para mortalidade entre idosos. MÉTODOS: Estudo de coorte realizado com 1.667 idosos acima de 65 anos residentes no município de São Paulo, SP, no período 1991-2001. O índice cognitivo funcional foi construído a partir da orientação temporal e funções executivas (fazer compras e tomar medicação, controlado por variáveis sociodemográficas, hábitos de vida, morbidade, autopercepção de saúde, internação, edentulismo e suporte social. Os óbitos ocorridos no período foram investigados com familiares em entrevistas domiciliares, em cartórios e registros da Fundação Seade (até 2003. Foram calculados riscos relativos brutos e ajustados com respectivos intervalos com 95% de confiança por meio de análise bivariada e múltipla com regressão de Poisson, adotando-se pOBJETIVO: Analizar la capacidad predictiva del índice cognitivo funcional para mortalidad entre ancianos. MÉTODOS: Estudio de cohorte realizado con 1.667 ancianos encima de 65 años residentes en el municipio de São Paulo, Sureste de Brasil, en el período 1991-2001. El índice cognitivo funcional fue construido a partir de la orientación temporal y funciones ejecutivas (hacer compras y tomar medicamento, controlado por variables sociodemográficas, hábitos de vida, morbilidad, autopercepción de salud, internación, edentulismo y soporte social. Los óbitos ocurridos en el período fueron investigados con familiares en entrevistas domiciliares, en oficinas del notario y registros de la Fundación Seade (hasta 2003. Fueron calculados riesgos relativos brutos y ajustados con respectivos intervalos con 95% de confianza por medio de análisis bivariado y múltiple con regresión de Poisson, adoptándose pOBJECTIVE: To analyze the predictive ability of a functional cognitive index of mortality in the elderly. METHODS: Cohort study performed with 1,667 elderly individuals aged more than 65 years

  15. O ACESSO GEOGRÁFICO AOS SERVIÇOS DE SAÚDE NA REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS E O PERFIL DA MORTALIDADE/Geographic access to health services in the metropolitan region of Manaus and the mortality profile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Cristina Cardoso dos Anjos

    2018-04-01

    Full Text Available A Região Metropolitana de Manaus (RMM está localizada no setor central da Amazônia, inserida no bioma da maior floresta tropical do planeta. Nessa paisagem, povos de diferentes culturas vivem e carecem de infraestrutura básica, serviços de educação e saúde. Considerando-se este contexto é apresentado neste artigo um estudo sobre o acesso geográfico aos serviços de saúde organizados na RMM. A análise incluiu: os aspectos do ambiente, a distribuição espacial dos serviços de saúde, os modais de transporte utilizados pela população em busca de atendimento a estes serviços e o perfil de mortalidade nos municípios que compõe a RMM. Os procedimentos metodológicos foram trabalhados por meio de levantamentos bibliográficos e documentais, dados secundários e cartográficos retirados do CPRM, DATASUS, DNIT e IBGE. Para apresentar o perfil de mortalidade da RMM foi calculada a taxa de incidência para cada município. De acordo com os resultados, observou-se que o acesso aos serviços de saúde, em todos os níveis de atenção, varia de acordo com a Geografia Física da região, sazonalidades fluviais e localização da população (urbana e rural. Esses aspectos podem ser relacionados com o perfil epidemiológico dos óbitos, cuja localização se conexa aos padrões de modais de transportes, assim como as mortes por causas mal definidas e o acesso fluvial ao serviço de saúde.

  16. Necessidades básicas insatisfeitas, desnutrição infantil e risco de doenças na vida Inappropriate basic health conditions, infantile malnourishment and adult illness risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Bernardo Pais

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o estado nutricional de crianças e adolescentes habitantes de uma região com necessidades básicas inadequadamente atendidas a fim de detectar alterações de nutrição e crescimento que possam se tornar fatores de risco para o desenvolvimento de eventos cardiovasculares na idade adulta. MÉTODOS: Estudo descritivo do tipo transversal, incluindo 136 crianças e adolescentes, entre cinco e 15 anos de idade, pertencentes a duas regiões da Cidade de Santa Fé, Argentina. Foram coletados dados socioeconômicos (escolaridade, causas de absenteísmo escolar e tipo de alimentação, dados clínicos (pressão arterial, dados antropométricos (peso, altura e índice de massa corpórea e dados laboratoriais (hemograma e perfil lipídico. Os dados foram analisados por meio do teste do qui-quadrado e teste exato de Fisher. Utilizou-se a regressão logística para determinar um modelo preditor de hipertensão arterial. RESULTADOS: A idade média do grupo estudado foi de 10±2,6 anos, sendo 49% do sexo feminino. Observou-se 22% da amostra com algum tipo de desnutrição, 11% com sobrepeso ou obesidade, 20% com hipertensão arterial e 49% com alguma alteração no perfil lipídico. Pelo modelo de regressão logística, o sexo feminino (OR=3,64; IC95%=1,13- 11,73 e a relação LDL/HDL alterada (OR=2,57; IC95%=1,00-6,62 aumentaram o risco de hipertensão arterial. CONCLUSÕES: Alterações nutricionais na infância e adolescência podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares já nessas faixas etárias e também na vida adulta, principalmente diante da presença de fatores de risco como alteração no perfil lipídico e obesidade, além do sexo feminino.OBJECTIVE: To analyze the nutritional status of children and adolescents living in a region with inadequate care of basic needs in order to detect nutritional and growth problems that are potential risk factors of cardiovascular events in the adult age. METHODS: Cross sectional

  17. Permanências e mutações na definição intergeracional do trabalho infantil Continuities and mutations in the intergenerational definition of child labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Carnielli de Lima

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo discute a percepção de famílias dos grupos populares sobre o significado do trabalho infantil, apontando o enquadramento moral, cercado de ambiguidades, das decisões tomadas pela geração mais velha de adiar a entrada dos filhos em ocupações remuneradas. Embora suas decisões possam ser explicadas, pelo menos em parte, pela profundidade das transformações nas mentalidades que acompanharam a gênese da percepção da criança como um ser humano em formação e fundamentaram a transformação do trabalho infantil em prática ilegal e socialmente ilegítima, nosso estudo, não obstante, ajuda a mostrar que as ambiguidades percebidas podem ser explicadas pela história social das gerações em foco, que é, em grande parte, a história das transformações por que passou o Brasil nas últimas décadas, tanto no que diz respeito à sua estrutura produtiva, quanto à sua organização legal e espacial.This paper discusses how low-income families perceive the meaning of child labor. It points out the ambiguous moral vision that supports the decision made by the older generation to postpone the entrance of their children in the labor market. Such decisions can be explained, at least partly, by the deep transformations in mentalities that have followed the genesis of the perception of children as "human beings in formation" and founded the transformation of child labor into an illegal and socially illegitimate practice. Nevertheless, our study shows that the ambiguities noted may also be explained by the social history of the generations focused, which is, mainly, the history of the transformations that have taken place, these last decades, in the productive structures and in the legal and spatial organization of Brazil.

  18. Violencia y TV infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valerio Fuenzalida

    2015-01-01

    Full Text Available Se establece tres razones para discrepar del “criterio reduccionista” que relaciona la violencia televisiva con la violencia real, particularmente en lo atinente a la televisión infantil. A base de las motivaciones infantiles para ver televisión, propone algunas líneas de acción que superen ese reduccionismo y optimicen la relación niños-televisión.

  19. ABUSO SEXUAL INFANTIL: CONHECIMENTO DO ENFERMEIRO SOBRE O SEU PAPEL NO ACOLHIMENTO DAS VÍTIMAS E NA NOTIFICAÇÃO DE CASOS

    OpenAIRE

    Pedroso, Vera Lucia Barreto

    2013-01-01

    O presente trabalho apresenta dados sobre o conhecimento de vinte enfermeiros que atuavam na rede pública de um município na Região Metropolitana de Curitiba sobre o abuso sexual contra crianças e adolescentes. A idade dos participantes variou de 27 a 55 anos, com média de 17 anos de formação em enfermagem e 7,2 anos de dedicação ao serviço público na prefeitura. Para a coleta de dados, foram realizados dois grupos focais com os participantes, abordando seis temas por meio de um roteiro de...

  20. Quality of cause-of-death statements and its impact on infant mortality statistics in Hermosillo, Mexico Calidad de la consignación de la causa de muerte y su impacto en las estadísticas de mortalidad infantil en Hermosillo, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerardo Álvarez

    2009-02-01

    defunción de niños menores de 1 año, según los sistemas de registros demográficos, y determinar su impacto en las estadísticas de mortalidad de menores de 1 año en Hermosillo, Sonora, México. MÉTODOS: Se comparó la consignación de la CM en una muestra sistemática aleatoria de 200 certificados de defunción de niños menores de 1 año con sus correspondientes historias clínicas. Se contrastaron las CM subyacentes originales registradas en cada certificado de defunción con las CM subyacentes asignadas por un revisor experto. La codificación de las CM subyacentes, tanto las originales como las asignadas, se basó en las categorías de tres dígitos de la Clasificación Internacional de Enfermedades, 10.ª revisión. Se calcularon las medidas de concordancia entre los dos conjuntos de CM subyacentes y se determinaron los factores asociados con esa concordancia mediante regresión logística. RESULTADOS: La concordancia general entre las CM subyacentes originales y las asignadas fue de 52%. La concordancia fue excelente en el grupo de muertes por malformaciones, deformaciones y alteraciones cromosómicas congénitas (kappa = 0,77; fue notable en los trastornos originados en el período perinatal (kappa = 0,74; y baja en algunas enfermedades infecciosas, parasitarias y respiratorias (kappa = 0,35. La sobreestimación (informes falsos positivos fue mayor (13% en las afecciones perinatales, mientras que la subestimación (informes falsos negativos fue mayor (71% en algunas enfermedades infecciosas, parasitarias y respiratorias. La concordancia se asoció con el tipo de CM subyacente (endógena vs. exógena y el momento de la muerte. CONCLUSIONES: Más de la mitad (53% de las consignaciones de CM en los certificados de defunción de niños menores de 1 año en Hermosillo presentaban imprecisiones, lo que puede llevar a interpretaciones inexactas de las causas de la mortalidad en ese grupo de edad. La evaluación sistemática de la calidad de las declaraciones de CM

  1. La calidad de los datos de mortalidad del Censo 2010 de Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicolás Sacco

    2016-07-01

    Full Text Available Objetivo: evaluar las variables disponibles en el censo de población de 2010 para Argentina en lo que a mortalidad refiere. Métodos: Con base en métodos indirectos de estimación demográfica se ofrece una lectura de la calidad de estas estadísticas en comparación con censos previos y estadísticas vitales. Resultados: La comparación de las tasas de mortalidad infantil y adulta con las tasas calculadas a partir de los nacimientos y las defunciones permite dilucidar, en principio, que estos datos no revelan problemas serios de calidad o cobertura y que el nivel (y la tendencia indicado por las fuentes es ampliamente compatible. Discusión: a pesar de que los resultados parecen mostrar coherencia, la posibilidad de detectar y cuantificar los errores se mantiene como un punto ciego del artículo hasta tanto no se publique la totalidad de la información necesaria para realizar un examen cabal, dado el universo limitado de publicaciones por parte del Instituto Nacional de Estadística y Censos. Conclusiones: las estimaciones de población en cuanto a mortalidad son consistentes con los datos del censo previo de 2001 y con las series de nacimientos y muertes del período intercensal a nivel total del país.

  2. Não sou tio, nem pai, sou professor! : a docência masculina na educação infantil

    OpenAIRE

    Peterson Rigato da Silva

    2014-01-01

    Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo identificar como ocorrem as relações de gênero e poder nos espaços e tempos das pré-escolas públicas, quando há homens na docência. Tal estudo foi realizado com um professor na cidade de Piracicaba/SP, Brasil, no período de agosto de 2012 a agosto de 2013, e com um professor na cidade de Roma, Itália, em março de 2014, com crianças na faixa etária de 3 a 6 anos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de inspiração etnográfica, que observou de perto as re...

  3. A oralidade e a escritura na literatura infantil: referencial teórico para a hora do contoThe orality and the writing on child literature: theory to fairy tale time

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Fortkamp Caldin

    2002-05-01

    Full Text Available Research on theoretical aspects of orality and writing. It presents a historical sketch of the narrators of tales and detaches the social function performed by the reader as co-author of tales. It increases the value of fairytales as cathartic and important to the development of the child psychism. It shows the commitment and the critic vision of Brazilian contemporary fairytales. It suggests an integration of librarians and teachers at the fairytale time.Aborda aspectos teóricos sobre a oralidade e a escritura. Apresenta um esboço histórico dos narradores de histórias e destaca seu papel social. Pressupõe o leitor como co-autor da obra literária. Valoriza os contos de fadas como catárticos e necessários ao desenvolvimento do psiquismo infantil. Mostra o compromisso com a verossimilhança e a visão crítica da brasilidade dos textos infantis contemporâneos. Sugere integração de bibliotecários e professores na Hora do Conto.

  4. Explorações acerca da construção de significados na brincadeira infantil Exploring the construction of meanings in children's play

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica F. B. Correia

    2008-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma investigação acerca dos aspectos constitutivos da construção de significados, no âmbito da brincadeira infantil. Tematizamos esta questão numa perspectiva histórico-cultural, a partir da qual oferecemos exemplos e critérios de análise da dinâmica própria à construção de significados. Sete aspectos interdependentes da dinâmica de construção de significados são propostos: (a motivação exploratória; (b materialidade; (c narrabilidade; (d dialogicidade; (e orquestração; (f abreviação; e (g alter-regulação. Exemplos destes aspectos e considerações acerca de sua emergência em diferentes tipos de interação e circunstâncias são apresentados.This article presents an investigation of the constitutive aspects of meaning making, with a focus on children's play. We conceptualized this question from a cultural-historical perspective, based on which we offer examples and criteria for analyzing the dynamics of meaning making. Seven interdependent aspects of the process of meaning making are discussed: (a exploratory motivation; (b materiality; (c narrativity; (d dialogicality; (e orchestration; (f abbreviation; and (g alter-regulation. Examples of these aspects and considerations about their emergence in different circumstances and types of interaction are presented.

  5. ATUAÇÃO PSICOLÓGICA NA ASSISTÊNCIA À CRIANÇA COM CÂNCER: DA PREVENÇÃO AOS CUIDADOS PALIATIVOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Araújo Gurgel

    2014-02-01

    Full Text Available Câncer é considerado problema de saúde pública. Na infância, apresenta alta incidência e mortalidade. Entretanto, a cura aumenta com diagnóstico precoce e tratamentos adequados, realizados por uma equipe multiprofissional. O psicólogo se insere nessa equipe e na equipe de cuidados paliativos, forma de cuidar oferecida para pacientes que não apresentam respostas a tratamentos curativos. A proposta desse trabalho é comentar a atuação do psicólogo na assistência à criança com câncer em todas as fases: da prevenção aos cuidados paliativos. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica baseada em: artigos científicos das bases Scielo Brasil e Biblioteca Virtual em Saúde; livros que retratam as temáticas: Câncer Infantil, Psico-oncologia, Cuidados Paliativos, Morte e; resgate da legislação. A análise da pesquisa permitiu considerar que existem muitos artigos sobre câncer infantil, psicologia hospitalar, cuidados paliativos, morte e luto mas poucos sobre psico-oncologia pediátrica e prática do psicólogo em cuidados paliativos. A prática do psicólogo no contexto do câncer infantil é focada em apoio, aconselhando e reabilitação; pode ser feita a nível individual ou grupal, através de escuta qualificada, esclarecimento de dúvidas, mediação entre paciente-família-equipe. O psicólogo pode trabalhar em todas as fases do câncer infantil, portanto, tornam-se necessários mais estudos e publicações na área da Psicologia.

  6. Nutrição e saúde infantil em uma comunidade indígena Teréna, Mato Grosso do Sul, Brasil Child health and nutrition in a Teréna indigenous community, Mato Grosso do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulce Lopes Barboza Ribas

    2001-03-01

    Full Text Available O trabalho descreve as condições de saúde e nutrição de crianças indígenas Teréna, caracterizando o estado nutricional infantil, o consumo de alimentos, as condições sócio-econômicas e ambientais. Foi estudada uma amostra de 100 crianças de 0 a 59 meses, residentes na Aldeia Córrego do Meio, Mato Grosso do Sul, Brasil. As prevalências de déficits nutricionais determinadas foram de 8,0% para o índice peso-para-idade, de 16% para o índice estatura-para-idade e, para obesidade, de 5%. A proporção de retardo do crescimento observada é superior à encontrada na população brasileira como um todo, provavelmente por refletir as precárias condições sócio-econômicas, ambientais e de saúde em que vive esta comunidade Teréna. A análise da adequação percentual média dos nutrientes que compõem a dieta infantil indicou o não atendimento às recomendações nutricionais nas diferentes faixas etárias. Novos estudos de caráter multidisciplinar e longitudinal são necessários para melhor entendimento dos processos identificados.This paper describes the health and nutritional situation of South American Indian children from a Teréna community, characterizing their nutritional status, food consumption, and socioeconomic and environmental conditions. The sample included 100 children, ranging from 0 to 59 months of age and living in Aldeia Córrego do Meio, Mato Grosso do Sul. Prevailing nutritional deficits were: 8.0% for the weight-for-age index, 16.0% for height-for-age, and 5.0% for weight-for-height. The growth deficit rate was higher than that of the Brazilian population as a whole, probably reflecting the precarious socioeconomic, environmental, and health conditions in this Teréna community. Analysis of the average nutrient sufficiency in the infant diet showed that nutritional recommendations for the different groups were not complied with. New studies, characterized as transdisciplinary and longitudinal, are necessary

  7. Infantilism: Theoretical Construct and Operationalization

    Science.gov (United States)

    Sabelnikova, Y. V.; Khmeleva, N. L.

    2018-01-01

    The aim of this article is to define and operationalize the construct of infantilism. The methods of theoretical research involve analysis and synthesis. Age and content criteria are analyzed for childhood and adulthood. Infantile traits in an adult are described. Results: The characteristics of adult infantilism in the modern world are defined,…

  8. "Fraqueza de nascença": sentidos e significados culturais de impressões maternas na saúde infantil no Nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    Calvasina,Paola Gondim; Nations,Marilyn K.; Jorge,Maria Salete Bessa; Sampaio,Helena Alves de Carvalho

    2007-01-01

    A gestação abrange dimensões sócio-culturais, históricas e afetivas, que processam no corpo das mulheres diversos sentidos e significados. Cada sociedade constrói concepções, práticas ou modelos explicativos populares, que se diferenciam do modelo biomédico e visam a proteger a mãe-feto, promovendo uma gravidez saudável. Esta pesquisa qualitativa, baseada na antropologia interpretativa, desvela as experiências vivenciadas por 27 mulheres pobres e suas repercussões na desnutrição dos filhos at...

  9. Trabalho e emprego na educação infantil no Brasil: segmentações e desigualdades Labor and employment in early childhood education in Brazil: cleavages and inequalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Fraga Vieira

    2010-01-01

    Full Text Available Objetiva-se trazer resultados de pesquisa empírica sobre situações de trabalho e emprego nas instituições de educação infantil no Brasil, evidenciando o caso de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, que apresenta oferta em creches e pré-escolas, representativa da realidade dos grandes centros urbanos brasileiros. Efetuou-se o levantamento de fontes documentais, legislação, estatísticas, entrevistas e observações, no intuito de evidenciar as relações entre as tipologias das instituições de educação infantil e as formas de contratação, carreira, salário e condições de trabalho. As situações investigadas se referiram aos estabelecimentos de ensino público (estadual e municipal e estabelecimentos de ensino privados, segundo as categorias particular, comunitária, filantrópica e confessional. Os estabelecimentos estudados foram escolhidos, segundo amostra intencional, por localização e público preferencial atendido. Informações também foram buscadas junto aos empregadores - públicos e privados e junto às representações sindicais/associativas dos profissionais, nos setores públicos e privados. Evidenciou-se existência de profissionais com status e formação/qualificação diferenciados, bem como variadas modalidades de relações de emprego e trabalho, que revelam processo de precarização no exercício profissional na educação infantil. Segmentações no interior do setor público, e entre setor público e privado, reiteram desigualdades históricas no campo. Por outro lado, uma demanda crescente por profissionalização é observada.The present work aims at presenting results of empirical research about the situations of labor and employment in institutions of child education in Brazil, highlighting the case of Belo Horizonte, Capital city of Minas Gerais State, which offers nurseries and preschools and it is representative of Brazilian urban centers. An analysis including documental sources

  10. Educação infantil: análise da manifestação social do preconceito na atividade principal de jogos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Martins Piccolo

    2011-03-01

    Full Text Available Este artigo se configura como a síntese de minha dissertação de mestrado, tendo como objetivo geral discutir sobre o processo de apropriação, desenvolvimento e crítica das manifestações preconceituosas expressas por pré-escolares na prática de sua atividade principal. A pesquisa se orientou por pressupostos do materialismo histórico, na perspectiva histórico-cultural de Vygotsky, e a coleta de dados foi realizada em uma pré-escola pública. Os resultados obtidos apontaram para a existência de manifestações preconceituosas relacionadas às categorias gênero, raça e beleza; além de destacar a importância assumida pela mediação docente na contestação destas atitudes e na compreensão da diferença não como desigualdade, mas como a expressão histórica da humanidade, contida nas mais diversas culturas, sociedades e seres humanos.

  11. BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA CRIANÇAS DE 6 MESES A 2 ANOS DE IDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernadete Lourdes de Sousa

    2011-07-01

    Full Text Available Projeto de Pesquisa Apresentado á Disciplina de Metodologia Científica no primeiro semestre do Curso de Pedagogia da UNEMAT, Campus Universitario de Sinop, como pré-requisito para aprovação na disciplina.

  12. Revisitando as funções da imaturidade: uma reflexão sobre a relevância do conceito na Educação Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eulina da Rocha Lordelo

    2009-09-01

    Full Text Available O entendimento sobre a natureza da infância pode ser crítico para várias áreas de investigação e aplicação. As últimas décadas assistiram ao trabalho de desconstrução do conceito de infância, baseando-se nas investigações de historiadores, antropólogos e psicólogos, que mostraram a intensa variabilidade social e cultural no modo como as sociedades e as épocas pensam sobre a infância e decidem como tratá-la. Ao mesmo tempo, ganha força o consenso social sobre a importância da educação desde os primeiros anos de vida, e sobre a escola como lugar privilegiado para a criança, afastada do mundo dos adultos, particularmente do mundo do trabalho. Essas idéias são orientadas de um lado por motivos pragmáticos - a necessidade de preparação da criança para inserção futura no mundo do trabalho, em condições competitivas - e de outro por motivos teóricos - a adoção de uma perspectiva sociocultural e contextualista extremada, que vê o ser humano em desenvolvimento como material plástico, sujeito tão somente aos condicionantes ambientais imediatos e históricos. Este artigo busca esclarecer as limitações de tais posições e propor, em seu lugar, uma agenda de pesquisa sobre a infância enquanto fenômeno biopsicossocial. Para tal, examina as idéias da psicologia evolucionista sobre a imaturidade da espécie humana, e os estudos mais recentes orientados por essa perspectiva, cobrindo tópicos como cognição e metacognição, aprendizagem, autoestima e brincadeira, entre outros. Finalmente, o artigo discute os problemas da organização da educação infantil no Brasil, seus currículos explícito e implícito e a congruência dessa organização com uma concepção biopsicossocial de infância.

  13. Sistema hospitalar como fonte de informações para estimar a mortalidade neonatal e a natimortalidade The Brazilian hospital system as a source of information to estimate stillbirth and neonatal mortality rates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce MA Schramm

    2000-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apesar da reconhecida importância em acompanhar a evolução temporal da mortalidade infantil precoce, a deficiência das estatísticas vitais no Brasil ainda permanece na agenda atual dos problemas que impedem o seu acompanhamento espaço-temporal. Realizou-se estudo com o objetivo de investigar o Sistema de Informações Hospitalares (SIH/SUS como fonte de informações, para estimar a natimortalidade e a mortalidade neonatal. MÉTODOS: Propõe-se um método para estimar a natimortalidade e a mortalidade neonatal, o qual foi aplicado para todos os Estados das regiões Nordeste, Sul e Sudeste e para o Pará, no ano de 1995. Para fins comparativos, o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/MS foi utilizado para estimar as taxas sob estudo, após a correção do número de nascidos vivos por um método demográfico. RESULTADOS: O SIH/SUS forneceu mais óbitos fetais e neonatais precoces do que o SIM/MS em grande parte das unidades federadas da região Nordeste. Adicionalmente para os Estados localizados nas regiões Sul e Sudeste, que apresentam, em geral, boa cobertura do registro de óbitos, as taxas calculadas pelos dois sistemas de informação tiveram valores semelhantes. CONCLUSÕES: Considerando a cobertura incompleta das estatísticas vitais no Brasil e a agilidade do SIH/SUS em disponibilizar as informações em meio magnético, conclui-se que o uso do SIH/SUS poderá trazer inúmeras contribuições para análise do comportamento espaço-temporal do componente neonatal da mortalidade infantil no território brasileiro, em anos recentes.OBJECTIVE: Studies on the evolution of infant mortality rate are very relevant. Nevertheless, lack of vital statistics in Brazil limits the temporal and spatial analysis of this indicator. This study aims to investigate the possible use of the Brazilian Hospital Information System as an alternative information source for stillbirth and neonatal mortality rates by age group. METHODS: A

  14. Novas estratégias de posicionamento na fidelização do consumidor infantil de alimentos processados New positioning strategies for fidelization of child consumers of processed food

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Rozane Leal de Souza

    2012-03-01

    Full Text Available As crianças estão assumindo um papel cada vez mais importante nas decisões de consumo familiar em função de sua crescente influência e autonomia na escolha dos produtos adquiridos, o que as torna um segmento de mercado cada vez mais visado nas estratégias de marketing das empresas de produtos manufaturados. Essa dinâmica é particularmente importante no mercado de alimentos infantis, em que se estabelecem necessidades, às vezes contraditórias, de integrar a busca por alimentos saudáveis (pelos pais saborosos e valorizados (muitas vezes em função de atributos extrínsecos pelos filhos. Esta pesquisa evidenciou que a adoção de padrões de alimentação inadequados tem gerado a emergência de novos problemas de saúde na população infantil brasileira. Esse quadro é agravado por um contexto institucional marcado pelo conflito de parte do setor processador de alimentos e órgãos públicos de regulação - em particular no que diz respeito à competência de regular a publicidade de alimentos para esse segmento de consumidores. Ao largo desse debate, as empresas líderes no mercado de alimentos infantis, em grande parte multinacionais, procuram alinhar a oferta de alimentos cada vez mais saudáveis aos consumidores infanto-juvenis, atendendo uma tendência inexorável nesse setor. É inconcebível, portanto, que o estabelecimento de uma regulamentação rígida e específica sobre as informações veiculadas na propaganda e publicidade de alimentos, voltados ao público infantil, por órgãos públicos isentos, beneficiando não apenas os consumidores, mas também a empresa preocupada em garantir a boa qualidade de seus produtos, não represente uma bandeira comum do setor processador de alimentos no Brasil.Children have taken an increasingly important role in consumption-related family decision-making due to a growing influence and autonomy in choosing the products to be bought, and this has turned them into a market segment that

  15. El maltrato infantil

    OpenAIRE

    Mazo Toledo, María

    2014-01-01

    Se estudia el maltrato infantil desde sus antecedentes, así como su tipología, causas y consecuencias. Además de abordar el abuso sexual de forma más amplia. También se expone la evaluación psicológica junto con sus técnicas. Es fundamental la utilización de medidas para la prevención del maltrato infantil, pues una gran parte de los problemas en el niño se ven reflejados en su vida adulta

  16. Infantile abuse: Radiological diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Teresa Araujo Reyes

    2006-08-01

    Full Text Available Infantile abuse is a frequent problem, that must be suspected to bediagnosed, the children victims of infantile abuse can present anytype of injury, nevertheless there are associated injuries common toan inferred trauma that constitute radiological patterns highly specific for abuse, among them are the metafisial injuries, posterior costal fractures and first costal arc fractures, fractures of the toracolumbar region, fractures without apparent explanation, fractures in different stage of evolution, subdural hematoma, subarachnoid hemorrhage, intraparenquimatose contusion and diffuse axonal injury, which combined with the history of the trauma, the age, the development of mental abilities, as well as the mechanism guides the injury diagnose.

  17. Trabalho infantil na indústria de semi-jóias e suas repercussões nos processos de escolarização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Bezerra Neto

    2012-10-01

    Full Text Available Este texto visa discutir o problema do trabalho infantil no setor de semi-jóias no municípiode Limeira. Parte-se do princípio de que esta é sempre uma questão controversa, sobretudoquando envolve pessoas com uma idade inferior àquela que a sociedade determina comosendo a maioridade, dado que a transição de infância para adolescência e desta para a idadeadulta muda de acordo com a sociedade em que a pessoa está inserida. A passagem daadolescência ou juventude para a idade adulta depende, via de regra, das necessidades deingresso no mercado de trabalho ou das lutas e conquistas de cada sociedade. Nassociedades mais desenvolvidas a educação tem servido para retardar a entrada no mercadode trabalho. Nas menos desenvolvidas, sobretudo as sociedades que tem por base aagricultura, esse ingresso tem se dado muito mais cedo. Nas sociedades capitalistas maispobres a necessidade da força de trabalho aliada a ausência de um projeto educacional emcondições de atender a todas as crianças tem levado as crianças ainda muito cedo para aroça ou para o trabalho doméstico em condições, quase sempre, de super-exploração dessaforça de trabalho sem a necessária formação para tal. Limeira-SP tem se destacado comogrande produtora de semi-jóias e essa realidade tem trazido uma série de impactos sobre asconfigurações trabalhistas, tal como a flexibilização das relações de trabalho, aterceirização e a conseqüente precarização da força produtiva. Nesse sentido, verifica-seaspectos preocupantes da relação entre escola e trabalho. Este influencia o desempenhopessoal dos alunos, os índices de repetência, a realização dos deveres de casa e o tempo dededicação aos estudos em casa. Parte-se do princípio de que criança que trabalha nãoestuda bem e não brinca. A pesquisa que aqui se apresenta é de natureza qualitativa. Aanálise qualitativa dos dados está sendo realizada a partir de uma abordageminterdisciplinar, incluindo

  18. Avanços na norma brasileira de comercialização de alimentos para idade infantil Advances in the Brazilian norm for commercialization of infant foods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Moura de Araújo

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os avanços na Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes no período de 1988 a 2002, comparando seus diferentes textos entre si e com o Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, cujos dados foram obtidos em documentos, relatórios, portarias e resoluções do Ministério da Saúde. As versões utilizadas na comparação foram a de 1992 e a de 2002. RESULTADOS: A análise comparativa permitiu identificar importantes avanços na legislação. Em 1992, foram incluídos os leites fluídos, em pó, as chupetas e frases de advertência na propaganda e na rotulagem dos produtos. Em 2002, a regulamentação dos produtos foi publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, fortalecendo a ação de fiscalização e incluindo a regulamentação dos alimentos para crianças de primeira infância, fórmulas de nutrientes indicadas para recém-nascido de alto risco e protetores de mamilo. As frases utilizadas na promoção comercial e na rotulagem dos produtos, inclusive de chupetas e mamadeiras, passaram a ser de advertência do Ministério da Saúde. A rotulagem foi definida para cada tipo de produto, baseada em regras mais restritas. CONCLUSÕES: Foram identificadas importantes modificações no controle do marketing dos produtos dirigidos à mãe no período de lactação. No entanto, ainda há questões legislativas que possibilitariam o aprimoramento da norma brasileira, visando à proteção do aleitamento materno. É necessário também que o governo implante rotinas de monitoramento sistemático de fiscalização dessa legislação.OBJECTIVE: To assess the advances in the Brazilian norm for commercialization of infant foods from 1988 to 2002, comparing the different texts with each other and with the International Code of Marketing of Breast-Milk Substitutes. METHODS: This was a descriptive study based on data collected

  19. O cuidar do aluno com deficiência física na educação infantil sob a ótica das professoras Caretaking of students with physical disabilities in early childhood education from the teacher's perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Ricardo Lins Vieira de Melo

    2009-04-01

    Full Text Available Esse estudo é um recorte da pesquisa intitulada "O cuidar da criança com deficiência física na educação infantil: perfil e conhecimento dos professores". O objetivo do trabalho foi identificar como as crianças com deficiência física são cuidadas no contexto da Educação Infantil e qual é a importância do profissional de saúde, segundo a visão dos professores. O estudo realizado adotou uma abordagem qualitativa utilizando o método Estudo de Caso. A coleta de informações realizou-se através de entrevistas semi-estruturadas com oito professoras de crianças com deficiência física, alunos de uma escola de Educação Infantil pública do município de Natal/RN, como também de observações livres. Os dados foram analisados qualitativamente tomando por base duas categorias: o cuidar da criança com deficiência física e a contribuição do profissional de saúde nesse contexto. Concluiu-se nesse estudo que há uma necessidade de se incluir na formação de pedagogos conteúdos específicos que possibilitem aos professores saber lidar com as particularidades que envolvem o cuidar da criança com deficiência física, particularmente, daquelas que apresentam seqüelas neurológicas, como os aspectos relacionados ao manuseio, transferências, auxilio a locomoção, posicionamento corporal adequado, entre outros. Além disso, evidenciou-se também na fala dos professores a importância atribuída aos profissionais da saúde, especificamente do fisioterapeuta, na equipe escolar, quanto às informações e orientações específicas que esses profissionais podem dar acerca da condição da deficiência física apresentada pela criança, ajudando assim, para a promoção e efetivação da inclusão escolar dessas crianças no ensino regular.This study is part of a research project called "Caring for children with physical disabilities in early childhood education: profile and teacher knowledge." The aim of this paper was to look at how

  20. Efeito do ruído na voz de educadoras de instituições de educação infantil Efecto del ruido en la voz de las educadoras de instituciones de educación infantil The effect of noise on the voice of preschool institution educators

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Simões-Zenari

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre níveis de ruído presentes em centros de educação infantil e alterações vocais em educadoras. MÉTODOS: Estudo transversal com 28 educadoras de três instituições de educação infantil de São Paulo, SP, em 2009. Os níveis de pressão sonora foram mensurados segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, com uso de medidor de nível de pressão sonora. As médias foram classificadas de acordo com os níveis de conforto, desconforto e dano auditivo propostos pela Organização Panamericana de Saúde. As educadoras tiveram a voz avaliada com: autoavaliação com escala analógica visual, avaliação perceptivo-auditiva com escala GRBAS e análise acústica com o programa Praat. Estatística descritiva e teste do qui-quadrado, com 10% de significância devido ao tamanho da amostra, foram usados para análise da associação entre ruído e avaliação vocal. RESULTADOS: As educadoras possuíam idades entre 21 e 56 anos. A média de ruído foi 72,7 dB, considerado dano 2. A autoavaliação vocal das profissionais apresentou média de 5,1 na escala, considerada alteração moderada. Na avaliação perceptivo-auditiva, 74% apresentaram alteração vocal, principalmente rouquidão; destas, 52% foram consideradas alterações leves. A maior parte apresentou frequência fundamental abaixo do esperado na avaliação acústica. Médias de jitter, shimmer e proporção harmônico-ruído estavam alteradas. Presença de ruído entre os harmônicos associou-se a alteração vocal. CONCLUSÕES: Há associação entre presença de ruído entre harmônicos e alteração vocal, com elevados níveis de ruído. Apesar de a maioria das educadoras ter apresentado voz alterada em grau leve, a autoavaliação mostrou alteração moderada, provavelmente pela dificuldade de projeção.OBJETIVO: Evaluar la asociación entre niveles de ruido presentes en centros de educación infantil y alteraciones vocales en

  1. "Fraqueza de nascença": sentidos e significados culturais de impressões maternas na saúde infantil no Nordeste brasileiro "Birth weakness": cultural meanings of maternal impressions for infant health in Northeast Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Gondim Calvasina

    2007-02-01

    Full Text Available A gestação abrange dimensões sócio-culturais, históricas e afetivas, que processam no corpo das mulheres diversos sentidos e significados. Cada sociedade constrói concepções, práticas ou modelos explicativos populares, que se diferenciam do modelo biomédico e visam a proteger a mãe-feto, promovendo uma gravidez saudável. Esta pesquisa qualitativa, baseada na antropologia interpretativa, desvela as experiências vivenciadas por 27 mulheres pobres e suas repercussões na desnutrição dos filhos atendidos num Centro de Desnutrição Infantil em Fortaleza, Nordeste brasileiro. De janeiro a junho de 2004, foram realizadas entrevistas etnográficas e narrativas sobre fraqueza de nascença e observação-participante de cuidados no ambulatório, enfermaria e domicílios. Conforme se argumenta, as mães acreditam que seus sofrimentos físicos, emocionais e a precária condição nutricional é "impressa" no feto, resultando na desnutrição do filho. Enquanto a etnoetiologia da "fraqueza" aponta fatores externos do corpo que involuntariamente atingem a gestante, a visão médica relatada tende a culpabilizar a mãe. É preciso compreender a narrativa das mães, sensibilizar-se com o seu sofrimento e aproximar as concepções populares e biomédicas.Pregnancy encompasses socio-cultural, historical, and affective dimensions that process various meanings in women's bodies. Each society constructs popular concepts, practices, and explanatory models that differ from the biomedical model and aim to protect the mother and fetus and foster a healthy pregnancy. This qualitative study, based on interpretative anthropology, unveils the experiences of 27 poor women and their repercussions on the malnutrition of their infants, treated at a Childhood Malnutrition Treatment Center in Fortaleza, Northeast Brazil. From January to June 2004, ethnographic and narrative interviews were conducted on so-called "birth weakness", in addition to participant

  2. El dibujo infantil /

    OpenAIRE

    Rada Ojer, Ángela

    2012-01-01

    La autora en este trabajo habla del dibujo infantil que es un lenguaje y una herramienta de alto valor comunicativo y valora cómo las situaciones vitales por las que pasa un niño pueden quedar reflejadas en sus manifestaciones gráficas

  3. Behandling af infantile spasmer

    DEFF Research Database (Denmark)

    Kjærsgård, Lars; Rasmussen, Niels

    2006-01-01

    Infantile spasms (IS) are characterised by neurodevelopmental regression, a unique type of seizures and a hypsarrhythmic EEG pattern. Studies recommend the medical treatment of IS as a positive short-term outcome with respect to the spasms and in the resolution of the hypsarrhythmia. However...

  4. Infantile hypertrophic pyloric stenosis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Pedersen, Rikke Neess; Garne, Ester; Loane, Maria

    2008-01-01

    OBJECTIVE: The objective of this study was to present epidemiologic data on infantile hypertrophic pyloric stenosis (IHPS) from seven well-defined European regions, and to compare incidence and changes in incidence over time between these regions. METHODS: This was a population-based study using ...

  5. Causas externas e mortalidade materna: proposta de classificacao

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercia Maria Rodrigues Alves

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os óbitos por causas externas e causas mal definidas em mulheres em idade fértil ocorridos na gravidez e no puerpério precoce. MÉTODOS: Foram estudados 399 óbitos de mulheres em idade fértil de Recife, PE, de 2004 a 2006. A pesquisa utilizou o método Reproductive Age Mortality Survey e um conjunto de instrumentos de investigação padronizados. Foram usados como fontes de dados laudos do Instituto Médico Legal, prontuários hospitalares e da Estratégia Saúde da Família e entrevistas com os familiares das mulheres falecidas. Óbitos por causa externa na gravidez foram classificados de acordo com a circunstância da morte usando-se o código O93 e calculadas as razões de mortalidade materna antes e depois da classificação. RESULTADOS: Foram identificados 18 óbitos na presença de gravidez. A maioria das mulheres tinha entre 20 e 29 anos, de quatro a sete anos de estudo, eram negras, solteiras. Quinze óbitos foram classificados com o código O93 como morte relacionada à gravidez (13 por homicídio - O93.7; dois por suicídio - O93.6 e três mortes maternas obstétricas indiretas (uma homicídio - O93.7 e duas por suicídio - O93.6. Houve incremento médio de 35,0% nas razões de mortalidade materna após classificação. CONCLUSÕES: Os óbitos por causas mal definidas e no puerpério precoce não ocorrem por acaso e sua exclusão dos cálculos dos indicadores de mortalidade materna aumentam os níveis de subinformação.

  6. Mortality among Guarani Indians in Southeastern and Southern Brazil Mortalidade indígena Guarani no Sul e Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrey Moreira Cardoso

    2011-01-01

    Full Text Available Worldwide, indigenous peoples display a high burden of disease, expressed by profound health inequalities in comparison to non-indigenous populations. This study describes mortality patterns among the Guarani in Southern and Southeastern Brazil, with a focus on health inequalities. The Guarani population structure is indicative of high birth and death rates, low median age and low life expectancy at birth. The crude mortality rate (crude MR = 5.0/1,000 was similar to the Brazilian national rate, but the under-five MR (44.5/1,000 and the infant mortality rate (29.6/1,000 were twice the corresponding MR in the South and Southeast of Brazil. The proportion of post-neonatal infant deaths was 83.3%, 2.4 times higher than general population. The proportions of ill-defined (15.8% and preventable causes (51.6% were high. The principal causes of death were respiratory (40.6% and infectious and parasitic diseases (18.8%, suggesting precarious living conditions and deficient health services. There is a need for greater investment in primary care and interventions in social determinants of health in order to reduce the health inequalities.Mundialmente, povos indígenas apresentam elevada carga de doença, expressa por profundas iniquidades em saúde na comparação com os não-indígenas. Neste estudo, descreve-se a mortalidade Guarani no Sul e Sudeste do Brasil, com foco nas iniquidades em saúde. A estrutura populacional Guarani expressa elevada natalidade, mortalidade precoce e baixa idade mediana e esperança de vida ao nascer. A taxa de mortalidade bruta (TM bruta = 5,0/1.000 se assemelha à nacional, mas a TM < 5 anos (44,5/1.000 e a taxa de mortalidade infantil (29,6/1.000 são duas vezes maiores que as TM correspondentes nas regiões Sul e Sudeste. A proporção de óbitos infantis pós-neonatais foi de 83,3%, 2,4 vezes maior que a população geral. As proporções de causas mal definidas (15,8% e de evitáveis pelos serviços de saúde (51

  7. Intérprete de libras em atuação na Educação Infantil e no Ensino Fundamental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Ferreira Conforto

    2017-02-01

    Full Text Available Neste texto bastante instigante, a autora nos traz uma grande reflexão do que seria a interpretação/ tradução fazendo uma comparação entre este dois campos. Assim, em relação à interpretação traduzir não é apenas trocar de uma língua para outra, é fundamental definir os sentidos do que se quer e deseja traduzir. Outros autores porém se referem à interpretação e tradução como sendo duas tarefas distintas e na verdade, traduzir é versar de uma língua para outra e interpretar envolveria relações pessoais. Para a autora, na verdade, o que acontece é que o intérprete se envolve em relações sociais e diálogos face a face. Então, o tradutor/intérprete precisa sempre agir com rapidez em suas escolhas e não tem como refletir, sobre o que está interpretando.

  8. Meninos e meninas na educação infantil: associação entre comportamento e desempenho Niños y niñas en la educación infantil: asociación entre comportamiento y desempeño Boys and girls in kindergarten: association between behavior and achievement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina Gardinal

    2007-12-01

    Full Text Available A qualidade das relações estabelecidas na escola de educação infantil pode afetar o aprendizado. O objetivo do estudo foi investigar associações entre comportamento e desempenho nesse contexto, levando em conta o sexo da criança. Participaram 68 meninos e 65 meninas, com idades entre 5 e 7 anos, alunos de escolas públicas. Os professores responderam a uma escala avaliando a relação do aluno com a tarefa, os colegas e o professor. O desempenho foi avaliado por meio de uma sondagem de leitura e escrita. De acordo com os resultados, os professores avaliaram o comportamento das meninas mais positivamente. Para ambos os sexos, comportamentos nos três domínios - relação com a tarefa, com os colegas e o professor, nesta ordem - correlacionaram-se com medidas de desempenho. O desempenho escolar foi mais fortemente associado aos comportamentos interpessoais no grupo masculino. Discutem-se possíveis explicações para a maior vulnerabilidade dos meninos a dificuldades relacionais sugerida pelos resultados.La calidad de las relaciones establecidas en la escuela de educación infantil pode afectar el aprendizaje. El objetivo del estudio fue el de investigar asociaciones entre comportamiento y desempeño en ese contexto, llevando en cuenta el sexo del niño. Participaron 68 niños y 65 niñas, con edades entre los 5 y los 7 años, alumnos de escuelas públicas. Los profesores respondieron a una escala evaluando la relación del alumno con la tarea, los colegas y el profesor. El desempeño fue evaluado por medio de un sondeo de lectura y escritura. De acuerdo con los resultados, los profesores evaluaron el comportamiento das niñas más positivamente. Para ambos sexos, comportamientos en los tres dominios - relación con la tarea, con los colegas y el profesor, en este orden - se correlacionaron con medidas de desempeño. El desempeño escolar fue más fuertemente asociado a los comportamientos interpersonales en el grupo masculino. Se discuten

  9. Mortalidade no primeiro ano de vida e a distribuição de renda e de recursos públicos de saúde, São Paulo (Brasil Mortality within the first year of life in relationship to the distribution of income and of public facilities, S. Paulo (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    1980-12-01

    Full Text Available Foi feito estudo para identificar em torno de 1976 a distribuição da freqüência do óbito infantil, a distribuição da renda e a distribuição da disponibilidade de determinados recursos públicos de saúde nos 55 distritos e sub-distritos do município de São Paulo (Brasil, para analisar as possíveis identificações entre estas distribuições. A freqüência do óbito infantil foi crescente no sentido centro-periferia da cidade, o mesmo ocorrendo com a concentração de famílias de baixa renda. Os recursos públicos de saúde estudados, água do abastecimento público, leitos hospitalares e centros de saúde do Estado, foram decrescentes no mesmo sentido centro-periferia. Tanto a distribuição crescente da baixa renda quanto a distribuição decrescente dos recursos públicos acham-se positiva e significativamente correlacionadas à distribuição crescente da mortalidade infantil. Na área periférica da cidade, correspondente à área de maior mortalidade, encontra-se a mais alta concentração de famílias de baixa renda e, também, as menores disponibilidades de recursos públicos de saúde providos direta ou indiretamente pelo Estado. Conclui-se que renda e recursos públicos operam no mesmo sentido, ou seja, de reforço mútuo às desigualdades registradas ao nível da mortalidade infantil, e não no sentido inverso, como talvez se pudesse crer. Discute-se o duplo processo desigual da distribuição das riquezas na cidade de São Paulo, o que se dá na distribuição direta da renda e o que se dá, posteriormente, quando o Estado participa daquela distribuição provendo serviços públicos.It was made a study to identify the distribution of the infant death rates and the distribution of income, and the distribution of certain public health facilities in the 55 districts of the city of S. Paulo (Brazil and, then, to analyze the similarity among them. The infant death rates and concentration of low income families increased

  10. Raca e mortalidade cerebrovascular no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Andrade Lotufo

    2013-12-01

    Full Text Available Sendo desconhecidas as taxas de mortalidade cerebrovascular segundo raça no Brasil, foram coletadas informações de óbitos de 2010 do Sistema de Informação de Mortalidade do Ministério da Saúde. Foram calculadas as taxas de mortalidade cerebrovascular, ajustadas por idade (por 100 mil, com intervalo de confiança de 95%, por sexo e raça/cor de pele. A diferença entre brancos, pardos e negros foi significativa para homens, com taxas, respectivamente, de 44,4 (43,5;45,3, 48,2 (47,1;49,3 e 63,3 (60.6;66,6; e para mulheres, com taxa, respectivamente, de 29,0 (28,3;29,7, 33,7 (32,8;34,6 e 51,0 (48,6;53,4. Em conclusão, a mortalidade cerebrovascular no Brasil é maior entre negros.

  11. Educação moral e autonomia na educação infantil: o que pensam os professores Moral education and autonomy in children's education: what thinks the teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelaide Alves Dias

    2005-12-01

    Full Text Available Este trabalho visa a analisar concepções sobre autonomia e educação moral de educadoras infantis e relacionar tais concepções com o desenvolvimento de práticas pedagógicas na Educação Infantil. Ancorado no referencial teórico da educação moral como construção, parte do pressuposto de que a forma como as educadoras concebem estes fenômenos pode influir em suas ações educativas, norteando, por vezes, suas próprias práticas. Ao todo, 15 educadoras infantis de oito creches públicas da cidade de Niterói, RJ participaram da pesquisa. As entrevistas realizadas permitiram mostrar, mediante procedimentos qualitativos de categorização e Análise de Conteúdo, que, majoritariamente, as educadoras expuseram concepções abstratas e individualizadas sobre autonomia e educação moral. Permitiram mostrar, ainda, que tais concepções se constituem na base das propostas educativas de promoção da autonomia das educadoras, apontando para a necessidade de que seja feita uma reflexão sobre os fundamentos da educação moral que se pretende autônoma, considerando as especificidades da criança pequena.This paper aims to analyze autonomy and moral education concepts held by children's female teachers and to relate these concepts to the development of pedagogic practices in children's education. Anchored in the theoretical framework of moral education as construction, it presupposes that the way female teachers conceive these phenomena may influence their educational actions, orientating sometimes their own practices. 15 children's teachers from 8 public nursery schools in Niterói - RJ, have taken part in this research. The interviews have shown, through qualitative procedures of categorization and content analysis, that the majority of female teachers exposed abstract and individualized concepts of autonomy and moral education. They have also shown that these concepts make up the basis of the educational proposals to promote teachers

  12. Percorrendo caminhos para além do espaço: a construção do "território pedagógico" como um elemento constituidor da profissionalidade docente na educação infantil

    OpenAIRE

    Amaral, Carla Tatiana Moreira do

    2014-01-01

    Permeando o vasto campo que envolve as infâncias e suas multiplicidades/especificidades, buscou-se configurar/desfigurar esse universo, a fim de propor novos olhares. Nesse caminho, formulou-se o conceito de "território pedagógico", com o objetivo de analisar e compreender como tal concepção e os fatores que a circulam/influenciam podem contribuir na constituição da profissionalidade docente do professor de Educação Infantil. A pesquisa foi realizada em uma Escola Municipal de Educação Infant...

  13. Genetisk udredning ved infantile spasmer

    DEFF Research Database (Denmark)

    Hansen, Lars Kjærsgaard; Ousager, Lilian Bomme; Møller, Rikke Steensbjerre

    2012-01-01

    Infantile spasms are a symptom of a severe epileptic encephalopathy. It is important to determine the aetiology for a child's disease. When a standard programme for evaluating the aetiology of the infantile spasms is unsuccessful genetic causes should be considered. We suggest array CGH as the fi......Infantile spasms are a symptom of a severe epileptic encephalopathy. It is important to determine the aetiology for a child's disease. When a standard programme for evaluating the aetiology of the infantile spasms is unsuccessful genetic causes should be considered. We suggest array CGH...

  14. O processo de comunicação na promoção do aleitamento materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rezende Magda Andrade

    2002-01-01

    Full Text Available A amamentação é um comportamento humano complexo que contribui para a diminuição dos índices de morbidade e mortalidade infantil. Pesquisas recentes vêm sendo realizadas, focalizando a vivência da amamentação sob o ponto de vista da nutriz e estão demonstrando que essa experiência é, muitas vezes, dolorosa, tanto física quanto psicologicamente. O profissional de saúde precisa estar preparado para cuidar dessas nutrizes, o que inclui a habilidade para comunicar-se. Neste artigo, apresenta-se a comunicação centrada na pessoa: princípios e elementos constitutivos. Usá-la adequadamente evita efeitos deletérios e iatrogênicos aos seres humanos, e, no caso, à nutriz.

  15. Estudo da mortalidade de recém-nascidos internados na UTI neonatal do Hospital Geral de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul Newborn mortality study in the neonatal intensive care unit of Caxias do Sul General Hospital, Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Fauth de Araújo

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: conhecer as causas e variáveis relacionadas com o óbito de recém-nascidos (RN de uma UTI neonatal de referência na região Sul do Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo envolvendo 2.247 RN acompanhados até a alta. Foram analisadas variáveis maternas, do RN e variáveis da gestação, parto e atendimento. Foi utilizada a análise univariada e a regressão logística múltipla para relacionar as variáveis estudadas com o óbito. RESULTADOS: ocorreram 184 óbitos, com uma letalidade de 8,2%. A mortalidade dos RN com peso 2.500g ou a termo. As variáveis relacionadas ao óbito foram o peso OBJECTIVES: to determine causes and variables related to newborn deaths of a neonate intensive care unite (ICU in the Southern region of Brazil. METHODS: a descriptive study involving 2.247 newborns followed up until discharge date. Maternal variables were analyzed, as well as of the newborn and pregnancy, delivery and medical assistance variables. Univariate analysis and multiple logistic regression were used to relate the variables studied with death occurrence. RESULTS: 184 deaths occurred, corresponding to a 8.2% lethality rate. Newborn mortality variables were the following: weight of 2.500g or born at pregnancy term. Death related variables were weight of <2.000 grams, Apgar at 5' <4, no prenatal medical care, the need of delivery room resuscitation procedures and mechanic ventilation during hospitalization. Deaths basic causes were malformations (25.6%, maternal hypertension (17.9% and maternal infections (12.0%. CONCLUSIONS: many of the deaths occurred because of the poor medical care offered to pregnant women and newborns, a challenge that need to be faced by neonatologists, obstetricians and the government.

  16. Diagnóstico precoce do câncer infantil: responsabilidade de todos Early diagnosis of childhood cancer: a team responsibility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Emilia Rodrigues

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Alertar para a necessidade do conhecimento e investigação dos sinais e sintomas iniciais do câncer infantil, bem como para a responsabilidade de todos envolvidos no processo do seu diagnóstico precoce a fim de melhorar os nossos índices de cura. MÉTODOS: Revisão da literatura através de consulta ao Medline. RESULTADOS: O diagnóstico do câncer infantil é um processo complexo e muitas são as variáveis que parecem influenciá-lo. A detecção precoce e o pronto início do tratamento têm importante papel na redução da mortalidade e morbidade do tratamento. O melhor entendimento da relação entre estes fatores é de fundamental importância para o desenvolvimento de estratégias de saúde pública para detecção precoce do câncer infantil. CONCLUSÃO: Muitos fatores parecem estar associados ao atraso do diagnóstico do câncer infantil. O tempo que decorre entre o primeiro sintoma e o diagnóstico depende da idade da criança e do tipo do tumor, principalmente. Determinar os sinais e sintomas que devem alertar para a possibilidade de doenças malignas ainda é um desafio.OBJECTIVES: To call attention for necessity of the knowledge of the early symptoms of childhood cancer and for the responsibility of the parents, physicians and teachers rendering health supervision to the children and to alert that the early detection and prompt treatment is of paramount importance in achieving cures in childhood cancer. SOURCES: Literature review using Medline. SUMMARY: The diagnosis of childhood cancer is complex and many variables play an important role. Early detection and prompt therapy have the potential to reduce mortality and treatment morbidity. A better understanding of the relationship between symptoms and diagnosis is important for the development of effective public health strategies. CONCLUSIONS: There are several factors that may be associated with length of time between symptoms and diagnosis. Lag time to diagnosis

  17. Miastenia gravis infantil: relato de caso diagnosticado clinicamente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Rodrigo Lopes

    1985-09-01

    Full Text Available Registro de caso de miastenia infantil (forma congênita, em criança com 16 meses de idade. Ênfase ao diagnóstico diferencial das várias formas de miastenia na infância é dada durante a discussão do caso. O diagnóstico baseou-se na resposta imediata a teste com Neostigmina, seguido de terapêutica satisfatória com Mestinon.

  18. Reflexo do consumismo infantil no ambiente escolar

    OpenAIRE

    Camargo, Sônia de Fátima; Vieira Júnior, Hélio

    2011-01-01

    Este artigo propôs verificar se há reflexos do consumismo infantil no ambiente escolar. Se á fatores que influenciam nas interações afetivas e subjetivas dos alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental na Escola Municipal Professora Ana Cristina de sena município de Sinop – MT. O objetivo do trabalho foi investigar as relações interpessoais em sala de aula e de que forma essas relações acontecem diante do consumismo. Como fundamentação teórica, recorremos aos autores, Zygmunt Bauman, Ann...

  19. Mortalidad en la población galesa de Gaiman, provincia de Chubut, Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caratini, Alicia Liliana

    2005-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo es analizar la evolución en el tiempo de las defunciones y de las causas de muerte por edad y sexo de la población galesa de Gaiman, provincia de Chubut, Argentina. Los datos fueron obtenidos de las Actas de Defunción del Archivo del Registro Civil de la ciudad de Rawson, Chubut. El período de estudio se extendió de 1892 a 1961 y para su descripción y análisis se lo dividió en decenios. Se registraron 2103 defunciones de las cuales 1039 (49% correspondieron a galeses y sus descendientes, lo cual representa un promedio de 14.6 muertes por año. Se detectó una sobremortalidad masculina (59%, esperable en una población colonizadora con predominio de varones. Se observó un incremento, en el tiempo, de la edad media de defunción, lo que indica mejoras en las condiciones socioeconómicas y de salud de la población. La mortalidad infantil y los natimortos representaron el 20% y el 11%, respectivamente, de las defunciones y se constató una transición desde una mortalidad provocada por enfermedades de naturaleza exógena a otra de causalidad endógena. Al compararse nuestros datos con los de la provincia de Chubut y el país, se comprobó, en todos los casos, un descenso de la mortalidad en el tiempo, aunque en Gaiman esa disminución fue más significativa, probablemente por la atención que la comunidad le dedicaba a la educación y a la salud.

  20. Educação física na educação infantil: Uma análise da prática pedagógica dos professores de Educação Física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro Silva Alves

    2014-09-01

    Full Text Available A área de Educação Física Escolar é considerada por muitos como atividade meramente prática e sem reflexão teórica, colocando em dúvida seus benefícios para o ensino de alunos da educação básica. Objetivo: considerando esse e outros fatores, a seguinte pesquisa procurou analisar a prática pedagógica dos professores de Educação Física no ensino da educação infantil da rede municipal da cidade de Ponta Porã-MS. Método: foi utilizada a abordagem qualitativa, juntamente com uma pesquisa exploratória, através da utilização de um questionário de perguntas semiabertas. A pesquisa foi realizada em todos os Centros de Educação Infantil (CEINF da rede municipal de ensino, no ano de 2010. Participaram da pesquisa nove (9 dos doze (12 professores de Educação Física que ministram aulas na educação infantil da rede municipal. Resultados e considerações finais: observa-se destaque de aspectos físico-motores, equilíbrio e repertório de significado social. Ficou evidenciado, no planejamento, as modalidades de jogo, lutas, esportes, ginásticas, danças e brincadeiras. Podemos perceber que, apesar de algumas deficiências, a Educação Física tem sido bem representada na primeira etapa da educação básica da cidade de Ponta Porã-MS.

  1. Mortalidade por doenças cardiorrespiratórias em idosos no estado de Mato Grosso, 1986 a 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleber Nascimento do Carmo

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução temporal da mortalidade por doenças cardiorrespiratórias em idosos. MÉTODOS: Estudo epidemiológico descritivo com delineamento ecológico de séries temporais realizado no estado do Mato Grosso, de 1986 a 2006. Foram utilizados dados sobre doenças dos aparelhos respiratório e circulatório obtidos do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde. Modelos de regressão linear simples foram ajustados para avaliar a tendência das taxas específicas de mortalidade por grupos específicos de idade (60 a 69, 70 a 79 e 80 ou mais anos e sexo. RESULTADOS: Houve aumento na proporção de óbitos por doenças respiratórias e diminuição por doenças cardiovasculares. Na comparação de taxas entre os sexos, as mulheres apresentaram taxas 15% menores para as causas cardiovasculares e taxas similares ao sexo masculino para as causas respiratórias. Foi observada taxa elevada de mortalidade por doenças respiratórias e cardiovasculares, com importante tendência de incremento entre os grupos mais longevos. Em idosos com idade > 80 anos o aumento anual médio na taxa de mortalidade por doenças respiratórias foi de 1,99 óbitos e de 3,43 por doenças do aparelho circulatório. CONCLUSÕES: O estado de Mato Grosso apresenta elevada taxa de mortalidade por doenças respiratórias e cardiovasculares em idosos, com importante tendência de incremento entre os grupos mais longevos.

  2. Importância da história familiar na gravidade e evolução clínica da asma brônquica infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Gaspar

    2001-01-01

    Full Text Available RESUMO: A asma brônquica é uma entidade multifactorial dependendo da interacção entre factores genéticos e ambientais complexos. O carácter familiar da asma é conhecido desde há longo tempo, embora pouco se saiba sobre a localização genética subjacente a esta maior penetração familiar.Objectivo: Os autores apresentam dois estudos, pretendendo avaliar a importância da história familiar de asma como factor de gravidade relacionado com o internamento hospitalar e como factor de prognóstico associado a persistência de sintomas na asma brônquica infantil.Métodos: Estudo 1 - Foram estudadas 128 crianças hospitalizadas por asma (idade média: 4.3 anos, durante um período de dois anos, correlacionando os dados obtidos com os de um grupo controlo (amostra de crianças observadas em consulta, emparelhada por idade, sexo e meio socioeconómico-cultural. Estudo 2 - Foi efectuado um estudo prospectivo com 3 anos de duração, avaliando a evolução clínica de 287 crianças asmáticas com idade≤6 anos, observadas em Consulta de Imunoalergologia.Resultados: Estudo 1 - A existência de história parental de asma brônquica foi identificada como factor de risco para internamento hospitalar (p=0.0004; OR=2.6, IC95%=1.5-4.2. O risco para hospitalização associado a asma materna (p0.49 não foram identificadas como factores de risco relacionados com a persistência da sintomatologia respiratória.Conclusões: A presença de asma parental, particularmente materna, foi identificada como factor de risco significativo e independente para internamento hospitalar na criança asmática. A história familiar não foi identificada como factor de prognóstico relacionado com a persistência da sintomatologia, salientando a influência preponderante dos factores ambientais na evolução clínica da asma brônquica infantil. Estes resultados

  3. Faça o que Eu Digo, Não Faça o que Eu Faço: A Relação entre Adultos na Socialização Infantil no Consumo Alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda da Fonseca Massyliouk

    2016-12-01

    Full Text Available A relação entre pais e filhos no processo de socialização da criança foi foco de diversos estudos sobre estilos parentais e padrões de comunicação. No entanto, ainda que se saiba que o processo de socialização varia de família para família, ainda há espaço para maior aprofundamento na reflexão sobre negociações entre adultos que estão à frente das diretrizes de transmissão. Neste trabalho, buscou-se verificar de que forma as relações entre adultos, responsáveis (pai, mãe e avó pela criança, criam uma dinâmica específica de transmissão, que modula e particulariza o processo de socialização infantil. Esse objetivo torna-se particularmente complexo se o posicionamos no panorama contemporâneo, de onde emerge grande diversidade de arranjos familiares, reduzindo o protagonismo da dupla mãe-pai. Considerou-se o contexto específico do consumo de alimentos, utilizando a marca Coca-Cola como recurso de mercado para materializar as dinâmicas parentais. O estudo foi de natureza qualitativa, conduzido por meio de entrevistas em profundidade com sete famílias, totalizando doze entrevistados, onde foram entrevistados os responsáveis pela criança. Os achados da pesquisa mostram que a relação entre adultos gera padrões específicos de mediação parental, dentro do processo de socialização. Propõe-se uma tipologia de dinâmicas de mediação parental: cooperação harmoniosa, conflito, centralidade de poder e cooperação  difusa. A marca Coca-Cola encontrou funções e padrões de consumo particulares em cada contexto de mediação. 

  4. Infantile spasms and pigmentary mosaicism

    DEFF Research Database (Denmark)

    Hansen, Lars K; Bygum, Anette; Krogh, Lotte N

    2010-01-01

    Summary We present a 3-year-old boy with pigmentary mosaicism and persistent intractable infantile spasms due to mosaicism of chromosome 7. Getting the diagnosis of pigmentary mosaicism in a child with infantile spasms may not be easy, as most diagnostic work-up is done in infancy, at a time when...

  5. A FEMINIZAÇÃO DA DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE IMPERATRIZ: uma discussão panorâmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jónata Ferreira de Moura

    2016-08-01

    Basado sobre el paradigma de que el universo donde el trabajo con niños de 0 a 5 años de edad es exercised, en su mayoría por las mujeres, esto artículo investigó qué elementos favorece la preponderancia de las mujeres en la enseñanza en la educación infantil de la rede publica de Imperatriz/MA. Logramos una investigación empírica analítica y usamos como instrumento de la producción de los datos un cuestionario estructurado distribuyó por 417 maestros de la educación infantil de la red. Los resultados de esta investigación revelan eso el cuerpo docente que componen las escuelas de la educación infantil de Imperatriz es más en parte femenino. El fenómeno eso que fuera se constituyendo empezar de los criterios que, todavia son reforzados por las profesoras de la red y también por los padres y las madres de los niños. Los profesores hombres causan un incómodo; la escuela y las profesoras ordenan aceptar, pero en la práctica hay rechazo. Palabra-clave: Educación Infantil; Relaciones del Género; Feminização de la Enseñanza en Imperatriz/MA.

  6. Infantile pyoderma gangrenosum.

    LENUS (Irish Health Repository)

    McAleer, Maeve A

    2008-02-01

    Pyoderma gangrenosum (PG) is rare in infants. There have been 12 cases of PG in infants (<12 months old) reported in the past 25 years, to our knowledge. Six of these cases have been successfully controlled with systemic steroids, and one case with topical steroids alone. We report a case of an 8-month-old infant whose PG was aggressive and unresponsive to systemic steroids. Adjuvant treatment with cyclosporine was required to achieve healing. We review the previous cases of infantile PG and the therapeutic options in this age group.

  7. Hipoacusia neurosensorial infantil

    OpenAIRE

    Santos Santos, Saturnino

    2004-01-01

    En nuestro medio existe un déficit de información acerca de la importancia de los factores de riesgo implicados en la aparición de hipoacusia neurosensorial infantil y de las etiologías encontradas. Se estudió retrospectivamente una población de 2.656 niños enviados a nuestro centro para valoración auditiva por presentar factores de riesgo. 481 niños fueron diagnosticados de hipoacusia neurosensorial uni o bilateral de cualquier grado. La edad media al diagnóstico de hipoacusia neurosensorial...

  8. Espacio infantil y ludoteca

    OpenAIRE

    Lejarraga Molinero, Nekane

    2009-01-01

    Este proyecto desarrolla el estudio y análisis de un cambio de uso de un proyecto de uso administrativo en la ciudad de Pamplona. La realización de un cambio de uso de un edificio administrativo a un ESPACIO INFANTIL Y LUDOTECA en el barrio de la Rochapea. Se trata fundamentalmente de un centro lúdico junto al río Arga en el que puedan jugar y desarrollarse de una forma controlada los niños de este nuevo barrio.

  9. Efeito do ruído na voz de educadoras de instituições de educação infantil Efecto del ruido en la voz de las educadoras de instituciones de educación infantil The effect of noise on the voice of preschool institution educators

    OpenAIRE

    Marcia Simões-Zenari; Mariangela Lopes Bitar; Nair Katia Nemr

    2012-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a associação entre níveis de ruído presentes em centros de educação infantil e alterações vocais em educadoras. MÉTODOS: Estudo transversal com 28 educadoras de três instituições de educação infantil de São Paulo, SP, em 2009. Os níveis de pressão sonora foram mensurados segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, com uso de medidor de nível de pressão sonora. As médias foram classificadas de acordo com os níveis de conforto, desconforto e dano auditivo propostos pel...

  10. Análise espacial de indicadores integrados de saúde e ambiente para morbimortalidade por diarreia infantil no Brasil, 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Ferraz Bühler

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é construir indicadores integrados de saúde e ambiente para diarreia em crianças menores de um ano no Brasil. Foi utilizado um desenho de estudo ecológico, com a aplicação do modelo teórico Geo Saúde, que inclui as dimensões: força motriz, pressão, estado do meio ambiente, exposição e efeito à saúde humana. No Brasil, a probabilidade de crianças menores de um ano serem hospitalizadas ou chegarem a óbito por doença diarreica aguda, nas microrregiões brasileiras, é maior naquelas localizadas nas regiões Norte e Nordeste. Na Região Norte, as internações e óbitos são mais de cinco vezes maiores que as das regiões Sudeste e Sul, respectivamente. A taxa de internação por diarreia infantil mostrou-se associada com o percentual da população sem coleta de lixo; a taxa de mortalidade com a razão de dependência e percentual de moradores sem coleta de lixo. Conclui-se que o saneamento básico persiste como problema socioambiental nas regiões Norte e Nordeste, e a redução da diarreia infantil depende de políticas públicas nesse setor.

  11. Mortalidade por tumores de cérebro no Brasil, 1980-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Gina Torres Rego

    2003-01-01

    Full Text Available Os tumores cerebrais são raros, mas sua incidência e mortalidade vêm aumentando ao longo das últimas décadas em vários países, inclusive no Brasil, particularmente entre idosos. O presente artigo descreve o perfil da mortalidade desses tumores no país, analisando a distribuição de suas taxas segundo sexo, idade, topografia e natureza tumoral entre 1980 e 1998. As taxas de mortalidade por esta neoplasia, ajustadas por idade pela população mundial, cresceram de 2,24/100 mil para 3,35/100 mil, correspondendo a um aumento de 50%. Estas foram mais elevadas na infância que na adolescência, aumentando posteriormente com a idade e alcançando níveis altos nos mais idosos, sendo o crescimento médio nos maiores de 70 anos de 6% ao ano ao longo da série estudada. São analisadas as taxas de tumores do encéfalo e das meninges cerebrais para o país e para capitais selecionadas. A constatação do aumento dessas taxas demanda a elaboração de estudos com vistas a elucidar o papel de novas tecnologias diagnósticas, assim como de potenciais fatores de risco ambientais.

  12. Mortalidade perinatal em duas coortes de base populacional no Sul do Brasil: tendências e diferenciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menezes Ana M. B.

    1996-01-01

    Full Text Available A evolução da mortalidade perinatal foi estudada em Pelotas, Rio Grande do Sul, através de dois estudos de coorte realizados em 1982 e 1993. Todos os nascimentos hospitalares e os óbitos foram monitorizados com visitas diárias aos hospitais. A causa da morte foi determinada através de informações do prontuário, entrevista com o pediatra e de necrópsias. O coeficiente de mortalidade perinatal sofreu uma redução de 31% na década. O sub-registro que era de 42,1% em 1982, foi de apenas 6,8% em 1993. Dentre as causas de mortalidade perinatal, houve uma redução em 1993 de 58% para óbitos fetais antepartum, 47% para imaturidade e 62% para outras causas. Os coeficientes para asfixia sofreram um aumento de 4,5/1.000 para 8,3/1.000. As meninas apresentaram um coeficiente de mortalidade perinatal menor do que os meninos. Os coeficientes de mortalidade perinatal conforme peso ao nascer e renda familiar sofreram importantes reduções, sendo que a mais notável foi para crianças de baixo peso e de famílias de renda alta, com uma queda de 68%. Assim como em 1982, os recém-nascidos pré-termo tiveram coeficientes três vezes mais elevados do que crianças pequenas para a idade gestacional. Apesar da queda dos índices de mortalidade na década, as diferenças entre os grupos sociais mantiveram-se grandes.

  13. A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA RELAÇÃO ENTRE PROFESSOR E ALUNO DURANTE O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Filomena dos Santos

    2017-03-01

    Full Text Available O presente trabalho tem a função de focar a interação entre professor e aluno e o papel da afetividade no desenvolvimento no processo de alfabetização. A partir do referencial teorico abordaremos a formação docente, formação cognitiva da criança, sua vivência social durante a alfabetização.Quando a acriança entra na alfabetização, deve levar em consideração os aspectos  e procedimentos anteriores, que são tão necessarios e que pode contribuir  muito para uma alfabetização mais tranquila e positiva. Para Emília Ferreiro, a construção a construção do conhecimento da escrita tem uma conexão com o individual e também com a interação social na escola, ou fora dela. A construção desse conhecimento ocorre por meio das sequências de hipóteses.

  14. Evolução da população e da mortalidade em Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, 1979 a 1997 Demographic and mortality trends in Niterói, Rio de Janeiro, Brazil, 1979 to 1997

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Coelho Barbosa Tomassini

    2003-12-01

    Full Text Available A análise da série histórica de 1979-1997 permite perceber a evolução demográfica e da mortalidade no Município de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, ao longo dessas décadas. A população apresentou um declínio na velocidade de crescimento, com alteração significativa de sua estrutura etária. Observa-se, na série temporal, o declínio da mortalidade por doenças do aparelho circulatório, a tendência geral de declínio das doenças infecto-parasitárias, com acentuado aumento a partir de 1996, decorrente da mudança de classificação das doenças (CID-9 para CID-10. Quanto à mortalidade infantil, destaca-se o predomínio dos óbitos na faixa neonatal. O desvendar das doenças e agravos dentro dos grandes grupos revela a importância das doenças isquêmicas do coração e doenças cerebrovasculares, dos homicídios, acidentes de transporte e da AIDS.An analysis of the 1979-1997 historical series points to demographic and mortality trends in Niterói, Rio de Janeiro State, over the course of those two decades. There was a drop in the rate of population increase, with a significant change in the age structure. In the time series, there was a decline in mortality from cardiovascular diseases and an overall downward trend in mortality from infectious and parasitic diseases, albeit with a sharp increase beginning in 1996 resulting in a change in disease classification (ICD-9 to ICD-10. As for infant mortality, there was a predominance of deaths in the neonatal group. An analysis of major groups of diseases and injuries highlights the importance of ischemic heart disease and cerebrovascular diseases, homicides, traffic accidents, and AIDS.

  15. Agua y mortalidad en Barranquilla 1920-1940, del imaginario social a la realidad empírica: una mirada desde la Historia y la Salud Pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Bilbao Ramírez

    2009-01-01

    Resultados: Los resultados empíricos sobre el comportamiento de la mortalidad mostraron que el acueducto inaugurado en 1929 no produjo impacto positivo alguno en las tasas de mortalidad general, infantil y específica por enfermedades hídricas, mientras que la revisión documental de carácter histórico, permitió construir argumentos para describir las razones que dieron origen al imaginario social del aumento de la salubridad como consecuencia de la puesta en marcha del nuevo acueducto. Conclusión: El mito histórico de buenos niveles de salubridad en la Barranquilla de los años 30s como consecuencia del suministro de agua por el acueducto inaugurado en 1929 resulta inaceptable desde una investigación total que conjuga la visión histórica y epidemiológica.

  16. Evidências do impacto da suplementação de vitamina A no grupo materno-infantil Evidence of the impact of vitamin A supplementation on maternal and child health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julicristie Machado de Oliveira

    2007-11-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é reunir os resultados de revisões sistemáticas e metanálises sobre o efeito da suplementação de vitamina A no crescimento, morbi-mortalidade infantil, materna e fetal. Foi realizada uma busca criteriosa nas bases de dados bibliográficos PubMed, Embase, LILACS, PAHO, Biblioteca Cochrane, Banco de Teses da CAPES, Biblioteca Digital de Teses da USP e acervo da Biblioteca Central da UNIFESP, localizando-se 14 trabalhos publicados entre 1993 e 2006. Há evidências de que a suplementação de vitamina A em crianças esteja associada à redução de 23% a 30% no risco de morte e atenuação da gravidade do quadro de sarampo e diarréia. Não há evidências de que a intervenção em crianças reduza a incidência de pneumonia não associada ao sarampo e mortalidade por essa causa. Em crianças e gestantes com HIV/AIDS, a suplementação apresenta impacto positivo na morbi-mortalidade infantil e no peso ao nascer. Não há evidências de que a suplementação em gestantes e lactantes esteja associada à redução da morbi-mortalidade infantil, mas há indicação de que essa intervenção seja protetora em relação à morbidade materna.The aim of this article was to collect the results of systematic reviews and meta-analyses that evaluated the effect of vitamin A supplementation on child growth and maternal, fetal, and child morbidity and mortality. A detailed search was performed in PubMed, Cochrane Library, LILACS, PAHO, CAPES, USP Digital Thesis Library, and UNIFESP Collection Database. A total of 14 studies published from 1993 to 2006 were included in the review. There is evidence that vitamin A supplementation in children is associated with a reduction of 23% to 30% in mortality risk and attenuation in the severity of measles and diarrhea. There is no evidence of the intervention's impact on pneumonia incidence or mortality in children without measles. Vitamin A also appears to be protective in children and

  17. Hipertrofia ventricular e mortalidade cardiovascular em pacientes de hemodiálise de baixo nível educacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana dos Santos e Silva Martin

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertrofia ventricular esquerda é potente preditor de mortalidade em renais crônicos. Estudo prévio de nosso grupo mostrou que renais crônicos com menor escolaridade têm hipertrofia ventricular mais intensa. OBJETIVO: Ampliar estudo prévio e verificar se a hipertrofia ventricular esquerda pode justificar a associação entre escolaridade e mortalidade cardiovascular de pacientes em hemodiálise. MÉTODOS: Foram avaliados 113 pacientes entre janeiro de 2005 e março de 2008 e seguidos até outubro de 2010. Foram traçadas curvas de sobrevida comparando a mortalidade cardiovascular, e por todas as causas dos pacientes com escolaridade de até três anos (mediana da escolaridade e pacientes com escolaridade igual ou superior a quatro anos. Foram construídos modelos múltiplos de Cox ajustados para as variáveis de confusão. RESULTADOS: Observou-se associação entre nível de escolaridade e hipertrofia ventricular. A diferença estatística de mortalidade de origem cardiovascular e por todas as causas entre os diferentes níveis de escolaridade ocorreu aos cinco anos e meio de seguimento. No modelo de Cox, a hipertrofia ventricular e a proteína-C reativa associaram-se à mortalidade por todas as causas e de origem cardiovascular. A etiologia da insuficiência renal associou-se à mortalidade por todas as causas e a creatinina associou-se à mortalidade de origem cardiovascular. A associação entre escolaridade e mortalidade perdeu significância estatística no modelo ajustado. CONCLUSÃO: Os resultados do presente trabalho confirmam estudo prévio e demonstram, ademais, que a maior mortalidade cardiovascular observada nos pacientes com menor escolaridade pôde ser explicada por fatores de risco de ordem bioquímica e de morfologia cardíaca.

  18. La obesidad infantil /

    OpenAIRE

    Galea Barquero, Irene

    2013-01-01

    La obesidad infantil es la enfermedad de tipo nutricional que se da con más frecuencia en los niños de los países desarrollados, conlleva riesgos físicos y psicológicos y determinados estudios señalan que puede acortar la esperanza de vida en 13 años. En Castilla y León, la tasa de obesidad entre los niños en edad escolar es del 0,8%. La autora va a recoger datos y a realizar un estudio del desayuno que realizan estos niños por considerarlo la primera comida del día y la más importa...

  19. Diferenças no padrão de ocorrência da mortalidade neonatal e pós-neonatal no Município de Goiânia, Brasil, 1992-1996: análise espacial para identificação das áreas de risco Differential patterns of neonatal and post-neonatal mortality rates in Goiânia, Brazil, 1992-1996: use of spatial analysis to identify high-risk areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otaliba Libânio de Morais Neto

    2001-10-01

    Full Text Available Este artigo refere-se à pesquisa acerca do padrão espacial dos componentes neonatal e pós-neonatal da mortalidade infantil em Goiânia, no Estado de Goiás, Brasil. A população do estudo foi a coorte de 101 mil nascidos vivos, residentes em Goiânia, de 1992 a 1996. As probabilidades de morte infantil foram estimadas mediante o cotejo dos arquivos de óbitos e de nascidos vivos. Para minimizar as flutuações aleatórias das taxas, empregou-se o método Bayesiano empírico. A unidade de análise do padrão espacial foi constituída pelos 65 distritos urbanos de planejamento. Para análise de autocorrelação espacial foram utilizados: Moran "global", Moran local e estatística Gi* local. Os componentes neonatal e pós-neonatal da mortalidade infantil evidenciaram autocorrelação espacial estatisticamente significativa. No período pós-neonatal, os distritos de risco concentram-se nas regiões periféricas do município. No período neonatal, o padrão de ocorrência é heterogêneo, havendo distritos de alto risco distribuídos em todas as regiões, inclusive na região Central de Goiânia.The aim of this study was to investigate the spatial pattern of neonatal and post-neonatal mortality in the city of Goiânia, Central Brazil. Analyses were based on linked birth and death certificates relating to 101,000 in-hospital live births from mothers residing in the city of Goiânia over the 1992-1996 period. Overall neonatal and post-neonatal mortality probabilities were calculated using the linked database. The empirical Bayes method was applied to smooth the estimated rates and minimize random fluctuation. Spatial units of analysis were 65 urban districts, corresponding to the urban planning sectors. The following exploratory spatial analyses were applied: "global" Moran's I statistic, local Moran LISA map, and Gi* local statistics. For both neonatal and post-neonatal mortality there was statistically significant spatial autocorrelation

  20. Estimulação da consciência fonológica na educação infantil: prevenção de dificuldades na escrita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magda Solange Vanzo Pestun

    Full Text Available Consciência fonológica é uma competência metalinguística que possibilita o acesso consciente ao patamar fonológico da fala e a manipulação cognitiva das representações neste nível. Este estudo objetivou verificar se um programa de estimulação dessa habilidade no pré-III favoreceria a aquisição da escrita na 1ª série. Participaram do estudo 85 crianças alunas de escola pública. Procedimento: 1 pré-teste: avaliação do quociente intelectual, da consciência fonológica e da escrita; 2 elaboração do programa de estimulação e classificação das crianças em grupos: experimental (GE e controle (GC, a partir de balanceamento estatístico; 3 aplicação do programa; 4 pós-teste: reavaliação da consciência fonológica e escrita. Os resultados indicaram que os dois grupos evoluíram em todas as variáveis do pré para o pós-teste. Qualitativamente, a evolução foi maior para o GE. Contudo, a diferença entre ambos não foi estatisticamente significante. Hipóteses: número insuficiente de sessões, número grande de crianças por grupo e/ou inexperiência das experimentadoras em práticas pedagógicas.

  1. Distribuição espacial da violência: mortalidade por causas externas em Salvador (Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paim Jairnilson Silva

    1999-01-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo descrever a distribuição da mortalidade por causas externas no espaço urbano de Salvador, Estado da Bahia, Brasil, em 1991. Foram calculados indicadores de mortalidade por causas externas e por tipos específicos de violência. A mortalidade proporcional por causas externas foi de 15% e a taxa de mortalidade correspondeu a 78,0 óbitos por 100 000 habitantes. As taxas de mortalidade por homicídios e por acidentes de transporte foram de 32,2 e 21,8 por 100 000 habitantes, respectivamente. Os idosos apresentaram um maior risco de morte por causas externas, seguidos dos adultos jovens e adolescentes. No caso dos idosos, 38% das mortes foram por acidentes de transporte e 28%, por quedas. Em relação aos jovens, predominam os homicídios, especialmente no sexo masculino e na faixa etária de 15 a 29 anos. Constatou-se uma distribuição desigual da mortalidade por causas externas no espaço urbano, penalizando, especialmente no caso dos homicídios, as populações residentes em bairros pobres, com taxas superiores ao coeficiente médio de Salvador. É necessário desenvolver medidas de prevenção e controle, incluindo políticas públicas e ações programáticas de saúde, orientadas para o espaço social sujeito a maior risco de morte por causas externas.

  2. Metodologia das Pesquisas Populacionais de Saúde Materno-Infantil: uma série transversal realizada no Estado do Ceará de 1987 a 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Lima Correia

    2014-12-01

    Full Text Available Objectivo: descrever os métodos utilizados nas Pesquisas de Saúde Materno-Infantil (PESMIC no Ceará, durante 20 anos. Métodos: a série de inquéritos realizados no período de 20 anos foi analisada nos seguintes aspectos: a Estudos transversais em série de base populacional, com amostra representativa de 8000 famílias; b Utilizou-se questionários e medições antropométricas, estudando-se níveis e causas de mortalidade infantil, prevalência de desnutrição da mãe e da criança, duração da amamentação, cobertura vacinal, prevalência e manejo da diarreia e acesso aos serviços de saúde materno-infantil; c Obteve-se como resultado as variáveis desfechos (principal mortalidade infantil e diversos determinantes materno-infantis e socioeconómicos. Resultados: o índice de resposta foi de quase 100% nos cinco inquéritos realizados (1986-2007, e ocorreram importantes mudanças nos indicadores sociodemográficos e de saúde; redução de 81% da taxa de mortalidade infantil, aumento de 43% da taxa de amamentação; índice de imunização de 95%. Observou-se aumento de 243% do índice de sobrepeso. Foram entrevistados no total somado dos cinco estudos: 177.132 residentes, sendo 47.508 mulheres e 13.049 crianças. Conclusões: recomenda-se a continuidade desses estudos utilizando-se a mesma metodologia, possibilitando analises de variações temporais.

  3. Infância e crianças de 6 anos: desafios das transições na educação infantil e no ensino fundamental Childhood and six-year-old children: challenges of the transitions in early childhood education and in Fundamental education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Kramer

    2011-04-01

    Full Text Available A inserção das crianças de 6 anos no ensino fundamental tem provocado indagações tanto para a educação infantil quanto para o ensino fundamental, especialmente no que tange às políticas e práticas pedagógicas e sua adequação à faixa etária das crianças. O objetivo deste texto é analisar e discutir questões que atravessam essas etapas a partir de pesquisa desenvolvida em creches, escolas de educação infantil e escolas de ensino fundamental. Pesquisar as práticas com crianças na educação infantil permitiu problematizar o trabalho com as crianças de 6 anos no ensino fundamental. Mais do que conceber as duas etapas de modo dicotômico, trata-se - na ótica deste texto - de pensar, para além, transições e desafios na organização dos sistemas de ensino e em termos de políticas e gestão pública, de propostas curriculares e de formação de professores e de todos os profissionais envolvidos neste trabalho. Com este objetivo, o primeiro item analisa as políticas da educação básica no contexto da expansão da obrigatoriedade e os desafios para trabalhar com as crianças de 6 anos. O segundo apresenta e problematiza a pesquisa no que diz respeito às práticas de leitura e escrita observadas. O terceiro sugere prioridades para o trabalho com a leitura e a escrita na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental, a formação e as transições.The insertion of six-year-olds into fundamental education has been raising questions both to early childhood education and to fundamental education, especially in what concerns the pedagogical policies and practices and their suitability to the children's age. The objective of the present text is to analyze and discuss some of the issues that permeate these stages of education, on the basis of a research carried out in crèches, early childhood education schools, and elementary schools. The study of practices applied to children in early childhood education made it

  4. INFANTILISM: THEORETICAL CONSTRUCT AND OPERATIONALIZATION

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yelena V. Sabelnikova

    2016-01-01

    Full Text Available The aim of the presented research is to define and operationalize theoretically the concept of infantilism and its construct. The content of theoretical construct «infantilism» is analyzed. Methods. The methods of theoretical research involve analysis and synthesis. The age and content criteria are analysed in the context of childhood and adulthood. The traits which can be interpreted as adult infantile traits are described. Results. The characteristics of adult infantilism in modern world taking into account the increasing of information flows and socio-economic changes are defined. The definition of the concept «infantilism» including its main features is given. Infantilism is defined as the personal organization including features and models of the previous age period not adequate for the real age stage with emphasis on immaturity of the emotional and volitional sphere. Scientific novelty. The main psychological characteristics of adulthood are described as the reflection, requirement to work and professional activity, existence of professional self-determination, possession of labor skills, need for selfrealization, maturity of the emotional and volitional sphere. As objective adulthood characteristics are considered the following: transition to economic and territorial independence of a parental family, and also development of new social roles, such as a worker, spouse, and parent. Two options of a possible operationalization of concept are allocated: objective (existence / absence in real human life of objective criteria of adulthood and subjective (the self-report on subjective feeling of existence / lack of psychological characteristics of adulthood. Practical significance consists in a construct operationalization of «infantilism» which at the moment has so many interpretations. That operationalization is necessary for the further analysis and carrying out various researches. 

  5. Evolução temporal da mortalidade por suicídio em pessoas com 60 anos ou mais nos estados brasileiros, 1980 a 2009

    OpenAIRE

    Pinto,Liana Wernersbach; Pires,Thiago de Oliveira; Silva,Cosme Marcelo Furtado Passos da; Assis,Simone Gonçalves de

    2012-01-01

    Este artigo objetiva verificar a evolução temporal da mortalidade por suicídio em pessoas com 60 anos ou mais segundo a unidade da federação no período de 1980 a 2009. Na construção das séries históricas empregaram-se dados da mortalidade por suicídio (CID-9 códigos E950 a E959 e CID-10 códigos X60 a X84 e Y87.0) obtidos do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM/MS). Dados referentes à contagem populacional foram obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Na avaliação d...

  6. Análise da mortalidade e das internações por doenças cardiovasculares em Niterói, entre 1998 e 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Garcia Rosa

    2011-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A redução da mortalidade por doenças cardiovasculares é observada no Brasil há anos, atribuída à queda nos fatores de risco, melhora na terapêutica e diminuição da mortalidade hospitalar. OBJETIVO: Comparar a mortalidade populacional, o coeficiente de internação e a mortalidade hospitalar em unidades do Sistema Único de Saúde, para doença isquêmica do coração (DIC, doenças cerebrovasculares (DCBV e insuficiência cardíaca (IC, no município de Niterói, entre 1998 e 2007. MÉTODOS: Foram utilizados o número de óbitos e o de internações e mortalidade hospitalar de residentes em Niterói para o capítulo IX do CID10 e causas específicas disponíveis no Datasus, na população de 30 anos e mais. A diferença entre a magnitude dos indicadores foi calculada para homens e mulheres considerando a média do primeiro triênio menos a média do segundo triênio. RESULTADOS: Houve queda dos coeficientes de mortalidade populacional em homens e mulheres, para todas as faixas etárias, nos três grupos de causas e para o capítulo IX. A tendência à queda dos coeficientes diminuiu com a idade. Para DIC houve queda na mortalidade hospitalar. Para DCBV e IC, aumento. Os coeficientes de internação hospitalar por DIC diminuíram, com exceção de algumas faixas. CONCLUSÃO: O presente estudo permitiu esclarecer alguns aspectos da morbimortalidade cardiovascular em Niterói. A redução da mortalidade populacional e hospitalar por DIC indica haver melhor qualidade na abordagem dessa condição. O aumento da mortalidade hospitalar por DCBV e IC aponta para a necessidade de se dar maior atenção à qualidade do cuidado hospitalar para esses grupos de doenças.

  7. O coordenador pedagógico e o seu papel na formação continuada em serviço do professor de educação infantil (creche)

    OpenAIRE

    Zumpano, Viviani Aparecida Amabile

    2010-01-01

    O objetivo desta pesquisa foi investigar o papel do coordenador pedagógico no processo de formação continuada em serviço do professor de educação infantil que atua em creches. A pesquisa contou com duas participantes, que atuam como coordenadoras pedagógicas em duas creches pertencentes à rede indireta e conveniada particular, ambas ligadas ao Município de São Paulo. Utilizamos como instrumento para a coleta de dados duas entrevistas do tipo semiestruturado. O referencial teóri...

  8. Tendências da mortalidade neonatal em São Luís, Maranhão, Brasil, de 1979 a 1996 Neonatal mortality trends in São Luís, Maranhão, Brazil, from 1979 to 1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdinar Sousa Ribeiro

    2000-06-01

    Full Text Available O propósito do presente trabalho é avaliar a evolução da mortalidade neonatal em São Luís nos últimos 18 anos, classificá-la de acordo com os dias de vida e pelo critério de evitabilidade de óbitos da Fundação SEADE, a partir de dados do IBGE e do Ministério da Saúde. Detectou-se aumento da mortalidade neonatal, às custas de aumento expressivo do seu componente precoce, especialmente pelas causas reduzíveis por diagnóstico e tratamento precoce, e parcialmente reduzíveis por adequado controle da gravidez. A mortalidade infantil, desse modo, manteve-se inalterada, apesar do decréscimo do seu componente pós-neonatal. O aumento expressivo no coeficiente de mortalidade neonatal a partir de 1995 aponta para a queda na qualidade da assistência obstétrica e neonatal, talvez motivada pelo elevado percentual de cesáreas e pela superlotação dos berçários. A tendência de estabilidade ou aumento da mortalidade neonatal é semelhante à observada recentemente no Brasil como um todo e difere da observada em outras cidades brasileiras, nas quais foi descrita queda lenta, mas persistente, da mortalidade neonatal, em oposição a uma redução mais dramática em países desenvolvidos.This study examined neonatal mortality trends in São Luís in the last 18 years. The early and late components were assessed and causes were classified according to SEADE Foundation criteria based on reducibility of deaths and timing of prevention (during prenatal care, childbirth, or neonatal care. Data were derived from official live birth and death records. We detected an unexpected increase in the neonatal mortality rate, due primarily to a steep rise in early neonatal deaths. Causes reducible by early diagnosis and treatment (other specific infections and other neonatal respiratory causes and those partially reducible by adequate monitoring of pregnancy (preterm births, low birth weight, and respiratory distress syndrome showed the largest increase

  9. Infantile osteopetrosis with superimposed rickets.

    Science.gov (United States)

    Gonen, Korcan Aysun; Yazici, Zeynep; Gokalp, Gokhan; Ucar, Ayse Kalyoncu

    2013-01-01

    Rickets is a complication of infantile osteopetrosis and pre-treatment recognition of this complication is important. To describe four children with infantile osteopetrosis complicated by rickets (osteopetrorickets) and review the relevant literature. Retrospective chart analysis of four infants with osteopetrorickets and a systematic review of the relevant literature. We saw five children with infantile osteopetrosis, of whom four had superimposed rickets, for a period of 12 years. The review of the literature (including the current four children), yielded 20 children with infantile osteopetrorickets. The children ranged in age from 2 months to 12 months. In all children, hepatosplenomegaly was found. Sixteen (80%) children had visual impairments and eight (40%) children had hearing impairments. Serum calcium-phosphorus product was less than 30 in 18 children (90%). Twelve children (60%) were hypocalcemic and 18 (90%) were hypophosphatemic. In all children, the radiological examination demonstrated diffuse bony sclerosis and metaphyseal splaying and fraying of long bones. Five children (25%) had pathological fracture of extremities and 15 (75%) had rachitic rosary. Rickets as a complication to infantile osteopetrosis is not uncommon. Skeletal roentgenograms are of critical importance in the diagnosis of both osteopetrosis and superimposed rickets.

  10. Reversible infantile mitochondrial diseases.

    Science.gov (United States)

    Boczonadi, Veronika; Bansagi, Boglarka; Horvath, Rita

    2015-05-01

    Mitochondrial diseases are usually severe and progressive conditions; however, there are rare forms that show remarkable spontaneous recoveries. Two homoplasmic mitochondrial tRNA mutations (m.14674T>C/G in mt-tRNA(Glu)) have been reported to cause severe infantile mitochondrial myopathy in the first months of life. If these patients survive the first year of life by extensive life-sustaining measures they usually recover and develop normally. Another mitochondrial disease due to deficiency of the 5-methylaminomethyl-2-thiouridylate methyltransferase (TRMU) causes severe liver failure in infancy, but similar to the reversible mitochondrial myopathy, within the first year of life these infants may also recover completely. Partial recovery has been noted in some other rare forms of mitochondrial disease due to deficiency of mitochondrial tRNA synthetases and mitochondrial tRNA modifying enzymes. Here we summarize the clinical presentation of these unique reversible mitochondrial diseases and discuss potential molecular mechanisms behind the reversibility. Understanding these mechanisms may provide the key to treatments of potential broader relevance in mitochondrial disease, where for the majority of the patients no effective treatment is currently available.

  11. Incorrecciones del habla infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María del Pino LECUONA NARANJO

    2009-11-01

    Full Text Available En el presente trabajo se pretende dar una visión de algunos rasgos característicos del lenguaje infantil, centrándonos especialmente en el estudio de los niños de 4 a 6 años de edad. Es pues, su finalidad fundamental la descripción y análisis de los rasgos que se pueden observar en la expresión verbal de los preescolares. Las diversas peculiaridades que van a ser objeto de examen se refieren a la emisión de incorrecciones de carácter fonético, morfológico y semántico. El análisis unificado de estos tres factores responde a la consideración de que todos surgen como consecuencia de un proceso de simplificación lingüística originado por un estado inconcluso de desarrollo del lenguaje.

  12. NUESTRA PORTADA Juegos infantiles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramon Balius i Juli

    2008-09-01

    Full Text Available En Nuestra Portada se muestra un fragmento de la obra Juegos Infantiles (Kinderspelen, original del pintor flamenco Pieter Bruegel el Viejo. Pieter Bruegel ha sido un artista de valoración tardía. No fue hasta principios del siglo xx que la grandeza de su arte mereció el reconocimiento de los críticos. Sorprendentemente es prácticamente desconocido en su etapa de formación, porque únicamente existe una corta descripción biográfica publicada en 1604 por Van Manden. En esta bibliografía, Bruegel era presentado como un ignorante dedicado a la pintura cómica y campestre. Según Van Manden, había nacido en Bruegel, un pueblo cercano a Breda, del cual tomó el apellido. Esta afirmación es falsa, porque parece probado que lo había heredado de su padre. La realidad es, como señala en 1567 Ludovic Guicciardini, que “Pietro Brueghel de Breda es un gran imitador de la ciencia y de la fantasía de Hieronymus Bosco”. El año de nacimiento es incierto y se sitúa entre 1525 y 1530.

  13. Criatividade na educação infantil: contribuições da psicologia cultural para a investigação de concepções e práticas de educadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Souza Neves-Pereira

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoO presente trabalho investigou as concepções e práticas de professores de educação infantil relacionadas à promoção e/ou inibição da criatividade dos seus alunos. O estudo foi realizado em duas escolas privadas de Educação Infantil de Brasília/DF, com duas professoras e seus alunos entre 5-6 anos. Os dados foram construídos por meio de observações diretas, gravações em vídeo de atividades planejadas pelas docentes e entrevistas. Utilizou-se análise microgenética para investigar as interações professora-crianças gravadas em vídeo e a análise interpretativa das entrevistas. Os resultados apontam para a inadequação dos conceitos e concepções de criatividade, por parte dos professores, e o quanto isto interferiu negativamente nas práticas pedagógicas voltadas para o fomento do potencial criativo.

  14. Pedagogia de Projetos como metodologia no trabalho com a educação infantil

    OpenAIRE

    Patricia Frageri

    2016-01-01

    Este artigo teve como tema a Pedagogia de Projetos como metodologia no trabalho com a Educação Infantil e a pesquisa foi realizada na escola Gente Feliz de Sinop. A investigação teve como objetivo conhecer em que consiste a metodologia de trabalho pautada na pedagogia de projetos, e suas interfaces, no contexto da educação infantil. Os instrumentos de pesquisa foram entrevista e questionário com duas professoras. Os resultados mostram que a instituição prioriza a metodologia de trabalho por p...

  15. Pequenos para idade gestacional: fator de risco para mortalidade neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida Márcia Furquim de

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as variáveis contempladas na Declaração de Nascimento (DN como possíveis fatores de risco para nascimentos pequenos para a idade gestacional (PIG e o retardo de crescimento intra-uterino como fator de risco para a mortalidade neonatal. MATERIAL E MÉTODO: As variáveis existentes na DN foram obtidas diretamente de prontuários hospitalares. Os dados referem-se a uma coorte de nascimentos obtida por meio da vinculação das declarações de nascimento e óbito, correspondendo a 2.251 nascimentos vivos hospitalares, de mães residentes, ocorridos no Município de Santo André, Região Metropolitana de São Paulo, no período de l/1 a 30/6/1992, e aos óbitos neonatais verificados nessa coorte. RESULTADOS: Obteve-se a proporção de 4,3% de nascimentos PIG, significativamente maior entre os recém-nascidos de pré-termo e pós-termo, entre os nascimentos cujas mães tinham mais de 35 anos de idade e grau de instrução inferior ao primeiro grau completo. Os recém-nascidos PIG apresentam maior risco de morte neonatal que aqueles que não apresentavam sinais de retardo de crescimento intra-uterino. CONCLUSÕES: Em áreas com menor freqüência de baixo peso ao nascer, é importante investigar a presença de retardo de crescimento intra-uterino entre os nascimentos prematuros e não apenas nos nascimentos de termo. O registro da data da última menstruação (ou da idade gestacional em semanas não agregadas na DN facilitaria a detecção de PIGs na população de recém-nascidos.

  16. Organizando el aula infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Luisa GARCÍA RODRÍGUEZ

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: La organización del aula es una importante "herramienta" en manos de la educadora o el educador, especialmente en las primeras edades. En consecuencia, es necesario poner todo el cuidado y atención posibles para conseguir un ambiente, a la vez agradable y práctico, que favorezca la vida y el aprendizaje de los niños y niñas de cero a seis años. Al principio de cada curso escolar se planificarán los aspectos físicos del aula, se organizarán los materiales y se distribuirá el tiempo. Para ello, deberán ser tenidas en cuenta las necesidades infantiles y los ámbitos madurativos en los que cada niña y cada niño deben progresar.ABSTRACT: The organization of the classroom is an important "tool" in the hands of the educator, especially during the early years. Consequently, it is necessary to take great care and give as much attention as possible to achieving an environment which is both pleasant and practical, as well as favourable to the lives and learning of children under six years of age. At the beginning of the school year the physical aspects of the classroom will be planned, the material organized and time distributed. For this purpose, the needs of the children, and the areas in which each child should advance and mature, must be taken into account.

  17. Hiperostosis cortical infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salvador Javier Santos Medina

    2015-04-01

    Full Text Available La enfermedad de Caffey, o hiperostosis cortical infantil, es una rara enfermedad ósea autolimitada, que aparece de preferencia en lactantes con signos inespecíficos sistémicos; el más relevante es la reacción subperióstica e hiperostosis en varios huesos del cuerpo, con predilección en el 75-80 % de los casos por la mandíbula. Su pronóstico es bueno, la mayoría no deja secuelas. El propósito del presente trabajo es describir las características clínicas, presentes en un lactante de cinco meses de edad, atendido en el Hospital Pediátrico Provincial “Mártires de Las Tunas” con este diagnóstico, quien ingresó en el servicio de miscelánea B por una celulitis facial. Presentaba aumento de volumen en la región geniana izquierda, febrícola e inapetencia. Se impuso tratamiento con cefazolina y se egresó a los siete días. Acudió nuevamente con tumefacción blanda y difusa de ambas hemicaras, irritabilidad y fiebre. Se interconsultó con cirugía maxilofacial, se indicaron estudios sanguíneos y radiológicos. Se diagnosticó como enfermedad de Caffey, basado en la edad del niño, tumefacción facial sin signos inflamatorios agudos e hiperostosis en ambas corticales mandibulares a la radiografía AP mandíbula; unido a anemia ligera, leucocitosis y eritrosedimentación acelerada. El paciente se trató sintomáticamente y con antinflamatorios no esteroideos. Esta rara entidad se debe tener presente en casos de niños y lactantes con irritabilidad y fiebre inespecífica

  18. Estratificación socioeconómica y salud materno infantil en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Javier Echarri Cánovas

    2004-01-01

    Full Text Available El objetivo del artículo es el estudio de la salud de los niños en México, mediante un análisis que tenga como eje la diferenciación social, la atención a la salud materno infantil y la estructura familiar. Se argumenta la necesidad de prestar mas atención al análisis de los determinantes que de los indicadores de salud, en virtud de las características de información disponible y de los niveles de mortalidad infantil. Un aspecto metodológico importante es que los estratos socioeconómicos actúan como variables intermedias tanto de las biodemográficas —edad, paridad y espaciamiento— como de la atención a la salud, por lo que el análisis de la mortalidad infantil no puede llevarse a cabo con las herramientas usuales, como las regresiones lineales, ya que se violaría el supuesto de la independencia de las variables explicativas. Al efectuar análisis por separado en cada estrato social vemos que los efectos de las variables consideradas son totalmente distintos. Si bien esto puede deberse al escaso número de eventos, ratifica nuestra hipótesis de que se debe proceder al análisis por separado en cada estrato, privilegiando la atención a la salud como la variable más importante.

  19. Factores de riesgo de mortalidad precoz del Trasplante Pulmonar

    OpenAIRE

    Kreis Esmendi, Germán

    2006-01-01

    Consultable des del TDX Títol obtingut de la portada digitalitzada A pesar de la experiencia acumulada, la mortalidad postoperatoria temprana del trasplante pulmonar continua siendo elevada. Los factores asociados a este evento permanecen siendo controvertidos. Objetivo: Revisar la serie de trasplantes pulmonares realizados en el Hospital Vall d' Hebron para establecer la supervivencia acumulada e identificar los factores asociados con riesgo de mortalidad postoperatoria precoz. Pacient...

  20. Quietas e caladas: as atividades de movimento com as crianças na Educação Infantil Quiet and silent: the movement activities with children in childhood education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dijnane Fernanda Vedovatto Iza

    2009-08-01

    Full Text Available Este artigo discute as atividades de Movimento nas rotinas diárias de professoras de Educação Infantil, sob a perspectiva da teoria Histórico-Cultural de Vigotski, cuja concepção de desenvolvimento infantil prioriza a cultura e a atividade mediada de professores, como determinantes nas aprendizagens e no desenvolvimento infantis. As atividades de Movimento vão além do desenvolvimento motor, relacionando-se com resolução de problemas, questionamentos, criatividade, memória, atenção, abstração, etc. As professoras da creche investigada têm experiência de trabalho com as crianças, mas falta-lhes o conhecimento de como trabalhar atividades educativas com Movimento e, portanto, priorizam a manutenção das crianças em situação de Não-Movimento. Tais práticas de manter as crianças quietas e caladas revelam as concepções de criança e movimento das professoras, indicando a urgência de reformulação dos processos e cursos de formação inicial e continuada de professoras de Educação Infantil.This article discusses the movement activities in everyday routines of the Basic Education teachers, under the perspective of Vigotski´s' Historical-Cultural Theory, whose conception about childish development has a focus on the culture and teachers' mediated activities, as a determination for the childish learning and development. The Movement activities transcend the motor development. It is related to problems resolution, questions, creativity, memory, attention, abstraction, and so on. The Basic Education teachers investigated have experience on working with children, but they don't have knowledge about how to work with movement activities in the educational perspective and thus, they keep the children in a situation of non-movement. Those practices about how to maintain the children quiet and silent show the teachers' conceptions about child and movement, indicating the urgency of a reformulation on the initial and continual

  1. La gripe española y crisis de mortalidad en Salta, Argentina. A principios del siglo XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adrián Carbonetti

    2013-07-01

    Full Text Available La sociedad salteña, a principios del siglo XX, se caracterizaba por importantes desigualdades de tipo social, que a su vez cristalizaban en problemas en el ámbito de la salud y la educación. Con tasas de mortalidad general e infantil muy altas, ocasionadas por el impacto de dolencias endémicas y epidémicas, la población debía lidiar con graves problemas de salud. No obstante, en 1919 esa situación se agravó, a las epidemias y endemias se sumó la segunda oleada de la pandemia de “gripe española” generando una crisis de mortalidad. En este artículo se pretende analizar el papel  que habría tenido  la segunda oleada de gripe española en la provincia y en los Departamentos de la misma que habría generado esta crisis. Para ello se realiza un análisis de carácter cuantitativo con base a datos provistos por la Dirección de Estadísticas de la Provincia de Salta (Argentina, con los cuales se generarán tasas de mortalidad y sobremortalidad que se relacionarán con datos provistos por el censo de población de 1914 proyectados, este análisis será relacionado con datos cualitativos que provee el único  periódico de la época encontrado.

  2. Educação infantil e ensino fundamental: desafios e desencontros na implantação de uma nova política Early childhood education and fundamental education: challenges and mistakes in the implementation of a new policy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Cristina Correa

    2011-04-01

    Full Text Available Neste artigo, apresentamos uma análise do processo de ampliação do ensino fundamental e seus reflexos sobre a educação infantil com base em resultados de pesquisa realizada entre 2008 e 2010, cujo objetivo foi estudar esse processo em um sistema municipal de ensino do interior do Estado de São Paulo. A pesquisa, de abordagem qualitativa, desenvolveu-se em duas escolas de ensino fundamental e em uma escola de educação infantil. Os resultados revelam, de um modo geral, como nossas atuais políticas públicas têm priorizado os investimentos no ensino fundamental, sem aumentar de modo significativo o seu montante, ao mesmo tempo em que, na implantação de novas medidas, desconsideram a realidade da escola e não a preparam para as mudanças. Além dos resultados dessa pesquisa, para a produção deste artigo também analisamos dados advindos do acompanhamento de um estágio curricular na disciplina de Educação Infantil que compõe um curso de Pedagogia em universidade pública paulista. Assim, tomando como base os resultados da pesquisa e da análise dos estágios, neste trabalho discutimos, de modo mais específico, como a ampliação do ensino fundamental no município, da forma como vem se realizando, tem se refletido negativamente sobre a organização pedagógica da educação infantil. Constatamos, por exemplo, que atividades mecânicas como cópia de letras e números vêm ocorrendo de maneira cada vez mais intensa, sob o argumento de que uma preparação para o ensino fundamental durante a pré-escola seria, agora, ainda mais necessária.We present in this article an analysis of the process of extension of fundamental education and of its impacts on early childhood education based on results of a study conducted between 2008 and 2010, whose object was to investigate this process in a municipal public school system of the State of São Paulo. The research, following a qualitative approach, was carried out in two elementary schools

  3. Mortalidade em idosos por diabetes mellitus como causa básica e associada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Medina Coeli

    2002-04-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar a mortalidade por diabetes mellitus em idosos e a subenumeração do diabetes como causa do óbito de acordo com estatísticas baseadas unicamente em causa básica de óbito. MÉTODOS:Foram revisadas todas as 2.974 declarações de óbito ocorridas em 1994 de idosos residentes em um núcleo habitacional localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Destas, foram estudados 291 óbitos, tendo o diabetes mellitus como causa básica (150 e associada (141. A proporção de óbitos em que a diabetes aparece como causa básica em relação ao total de óbitos por diabetes foi calculada de forma global e segundo sexo e faixa etária. RESULTADOS:Dos 291 óbitos estudados, 138 (47,4% ocorreram em homens, e 153, em mulheres (52,6%. As taxas de mortalidade apresentaram crescimento contínuo com o avançar da idade, sendo superiores no sexo masculino, embora a diferença entre sexos tenha sido menor para a análise baseada unicamente na causa básica. Observou-se proporção elevada de óbitos domiciliares (22%. A proporção de óbitos por diabetes como causa básica foi de 51,5%, sendo maior nas mulheres do que nos homens. CONCLUSÕES:A análise das estatísticas de mortalidade baseadas unicamente na causa básica do óbito pode levar a perfis distorcidos, em função da subenumeração não ocorrer aleatoriamente. Estudos adicionais em coortes de idosos brasileiros diabéticos são necessários para permitir uma avaliação mais acurada da mortalidade nesse grupo.

  4. Ingreso Temprano al Control Prenatal en una Unidad Materno Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delia Moya-Plata

    2010-12-01

    Full Text Available Introducción: El control prenatal se define como todas las acciones y procedimientos, sistemáticos y periódicos, destinados a la prevención, diagnostico y tratamiento de los factores que pueden coordinar la morbilidad y mortalidad materna y perinatal. La muerte de una madre es una tragedia evitable que afecta una vida joven llena de grandes esperanzas; es una de las experiencias más traumáticas que puede sufrir una familia y afecta seriamente el bienestar, la supervivencia y el desarrollo de los hijos, especialmente de los más pequeños. Todo lo anterior trae como consecuencia el debilitamiento de la estructura social en general. Materiales y Métodos: Es un estudio descriptivo de corte transversal, en el cual, se identificaron aspectos importantes como las variables sociodemográficas, clínicas, barreras de acceso y adherencia para el ingreso temprano al control prenatal de las gestantes que consultan a una unidad materno infantil. Resultados: El control prenatal representa una estrategia básica que permite identificar factores de riesgo y alteraciones fisiológicas en toda paciente gestante. Los resultados expresados en Le presente trabajo muestran el impacto favorable cuando no inciden las variables de riesgo. Discusión y Conclusiones: Queda demostrado que con un número suficiente de controles prenatales y efectuados en forma precoz, estas pacientes pueden ser contenidas en su situación y se llega a disminuir en forma muy importante la mortalidad perinatal. (Rev Cuid 2010;1(1:44-52.Palabras clave: Atención Prenatal, Factores Epidemiológicos, Accesibilidad a los Servicios de Salud. (Fuente: DeCS BIREME.

  5. Fatores de risco para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRANDÃO Carlos Manuel de Almeida

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores de risco para mortalidade hospitalar em reoperações valvares. MÉTODO: Foi realizada análise prospectiva de 194 pacientes submetidos a reoperações valvares no período entre julho de 1995 e junho de 1999. As variáveis estudadas foram: sexo, idade, classe funcional, número e tipo de operações prévias, intervalo entre as operações, caráter da operação, creatinina sérica, fração de ejeção do ventrículo esquerdo, diâmetros diastólico e sistólico do ventrículo esquerdo, pressão sistólica de ventrículo direito, atividade de protrombina, relação do tempo de tromboplastina parcial ativada, contagem de plaquetas, tempo de circulação extracorpórea, tempo de pinçamento aórtico, posição e número de valvas, tipo de procedimento, operações associadas e volume de sangramento intra-operatório. Análise univariada e multivariada foi realizada para determinar os fatores de risco para mortalidade hospitalar. RESULTADOS: A mortalidade hospitalar foi de 8,8% (17 pacientes. A análise univariada identificou as seguintes variáveis associadas a maior mortalidade: classe funcional avançada, fração de ejeção do ventrículo esquerdo baixa, atividade de protrombina baixa, creatinina elevada, tempo de circulação extracorpórea prolongado, tempo de pinçamento aórtico prolongado, procedimentos associados e volume de sangramento intra-operatório elevado. Na análise multivariada foram significativas: classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos. CONCLUSÕES: As variáveis classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos são fatores de risco independentes para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares.

  6. Retardo no crescimento intrauterino, baixo peso ao nascer e prematuridade em recém-nascidos de grávidas com malária, na Colômbia Intrauterine growth retardation, low birth weight and prematurity in neonates of pregnant women with malaria in Colombia

    OpenAIRE

    Alberto Tobón-Castaño; Martha Arismendi Solano; Luis Gonzalo Álvarez Sánchez; Silvia Blair Trujillo

    2011-01-01

    INTRODUÇÃO: É frequente a associação da malária com complicações como prematuridade, retardo no crescimento intrauterino, baixo peso ao nascer e mortalidade infantil, efeitos pouco estudados em áreas hipoendêmicas para malaria. O objetivo deste estudo foi analisar a relação da malária gestacional com estes efeitos em recém-nascidosnuma região endêmica para malária na Colômbia, entre 1993 e 2007. MÉTODOS: Foram estudadas as características em 1.716 recém-nascidos num estudo de coorte. Fez-se s...

  7. [Spanish consensus on infantile haemangioma].

    Science.gov (United States)

    Baselga Torres, Eulalia; Bernabéu Wittel, José; van Esso Arbolave, Diego L; Febrer Bosch, María Isabel; Carrasco Sanz, Ángel; de Lucas Laguna, Raúl; Del Pozo Losada, Jesús; Hernández Martín, Ángela; Jiménez Montañés, Lorenzo; López Gutiérrez, Juan Carlos; Martín-Santiago, Ana; Redondo Bellón, Pedro; Ruíz-Canela Cáceres, Juan; Torrelo Fernández, Antonio; Vera Casaño, Ángel; Vicente Villa, María Asunción

    2016-11-01

    Infantile haemangiomas are benign tumours produced by the proliferation of endothelial cells of blood vessels, with a high incidence in children under the age of one year (4-10%). It is estimated that 12% of them require treatment. This treatment must be administered according to clinical practice guidelines, expert experience, patient characteristics and parent preferences. The consensus process was performed by using scientific evidence on the diagnosis and treatment of infantile haemangiomas, culled from a systematic review of the literature, together with specialist expert opinions. The recommendations issued were validated by the specialists, who also provided their level of agreement. This document contains recommendations on the classification, associations, complications, diagnosis, treatment, and follow-up of patients with infantile haemangioma. It also includes action algorithms, and addresses multidisciplinary management and referral criteria between the different specialities involved in the clinical management of this type of patient. The recommendations and the diagnostic and therapeutic algorithms of infantile haemangiomas contained in this document are a useful tool for the proper management of these patients. Copyright © 2015 Asociación Española de Pediatría. Publicado por Elsevier España, S.L.U. All rights reserved.

  8. Infantile nystagmus and visual deprivation

    DEFF Research Database (Denmark)

    Fledelius, Hans C; Jensen, Hanne

    2014-01-01

    PURPOSE: To evaluate whether effects of early foveal motor instability due to infantile nystagmus might compare to those of experimental visual deprivation on refraction in a childhood series. METHODS: This was a retrospective analysis of data from the Danish Register for Blind and Weaksighted Ch...

  9. Manipulative therapies for infantile colic

    NARCIS (Netherlands)

    Dobson, D.; Lucassen, P.L.; Miller, J.J.; Vlieger, A.M.; Prescott, P.; Lewith, G.

    2012-01-01

    BACKGROUND: Infantile colic is a common disorder, affecting around one in six families, and in 2001 was reported to cost the UK National Health Service in excess of pound65 million per year (Morris 2001). Although it usually remits by six months of age, there is some evidence of longer-term sequelae

  10. Pedagogia de Projetos como metodologia no trabalho com a educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Frageri

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo teve como tema a Pedagogia de Projetos como metodologia no trabalho com a Educação Infantil e a pesquisa foi realizada na escola Gente Feliz de Sinop. A investigação teve como objetivo conhecer em que consiste a metodologia de trabalho pautada na pedagogia de projetos, e suas interfaces, no contexto da educação infantil. Os instrumentos de pesquisa foram entrevista e questionário com duas professoras. Os resultados mostram que a instituição prioriza a metodologia de trabalho por projetos e que as professoras estão familiarizadas com essa metodologia buscando construir junto com as crianças as práticas pedagógicas diárias. Palavra-chave: educação infantil; Pedagogia de Projetos; metodologia de trabalho.

  11. Significados culturais da asma infantil Cultural meanings of the infantile asthma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirna Albuquerque Frota

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os significados culturais da asma infantil com origem na mãe-cuidadora. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Pesquisa qualitativa realizada em 2004, no município de Fortaleza, CE. Foi utilizada a observação participante com abordagem etnográfica e entrevistas com sete mães acompanhantes de seus filhos em unidade de emergência hospitalar. Os significados das falas das mães foram identificados utilizando-se a técnica de análise temática. ANÁLISE DOS RESULTADOS: Foram identificadas duas categorias de discussão; na primeira, "desinformação sobre a doença", foi possível perceber que as mães não são informadas sobre a doença do filho. Na segunda categoria, "cuidado cultural", as mães referem informações sobre os cuidados e utilizam recursos do saber popular para prevenir a asma dos filhos, como o cuidado ambiental e a utilização de remédios caseiros à base de plantas medicinais. CONCLUSÕES: As características de desinformação e desconhecimento materno em relação à asma do filho mostram a necessidade de haver um trabalho educativo intenso, dialógico e problematizador em estreita colaboração com o tratamento, visando à melhoria do prognóstico da doença.OBJECTIVE: To analyze the cultural meanings of infantile asthma from the perspective of the mother/carer of the child. METHODOLOGICAL PROCEDURES: Qualitative research conducted in 2004, in the city of Fortaleza (Northeastern Brazil. An ethnographic approach was utilized, consisting of participant observation and interviews with seven mothers, accompanying their children in a hospital emergency ward. Thematic analysis was the technique employed when identifying the meanings of mothers' discourse. ANALYSIS OF RESULTS: Two discussion categories were identified: "disinformation on illness" in which it was possible to perceive that the mothers were not informed with respect to their children's illness; and "cultural care" in which they relate information on

  12. Tendência da mortalidade perinatal em Belo Horizonte, 1984 a 2005 Tendencia de la mortalidad perinatal en Belo Horizonte, 1984 a 2005 Tendency of perinatal mortality in Belo Horizonte, 1984 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Francisca Martins

    2010-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou analisar a tendência da mortalidade perinatal no município de Belo Horizonte no período de 1984 a 2005. A fonte dos dados foi o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM. Realizou-se regressão linear simples para estimar a tendência de redução do percentual de informações ignoradas no SIM e das taxas de mortalidade. A melhora da qualidade da informação foi estatisticamente significativa apenas para a escolaridade materna e peso ao nascer. A redução média da mortalidade perinatal no período foi de 57,52%. O decréscimo da mortalidade perinatal nas duas últimas décadas em Belo Horizonte foi significativo, mas esforços devem ser direcionados no sentido de melhorar a completude do SIM para variáveis importantes na elaboração dos indicadores perinatais.El estudio apuntó a analizar la tendencia de la mortalidad perinatal en el distrito municipal de Belo Horizonte en el periodo de 1984 a 2005. La fuente de los datos era el Sistema de Información de Mortalidad. Tuvieron lugar la regresión lineal simple para estimar la tendencia de reducción del percentil de información desconocida en el sistema y de los impuestos de mortalidad. La mejora de la calidad de la información fue los significantes sólo para la educación maternal y peso al nacer. La reducción elemento de la mortalidad perinatal en el periodo era de 57,52%. La disminución de la mortalidad perinatal en las últimas dos décadas en Belo Horizonte era significante, pero deben dirigirse los esfuerzos en el sentido de mejorar el completude del sistema para las variables importantes en la elaboración del perinatais de los indicadores.The study aimed at to analyze the tendency of the mortality perinatal in the municipal district of Belo Horizonte in the period from 1984 to 2005. The source of the data was the System of Information of Mortality. Took place simple lineal regression to esteem the tendency of reduction of the percentile of unknown

  13. Impacto de la resistencia a antimicrobianos y de serotipos de Streptococcus pneumoniae en la mortalidad de niños menores de 5 años con enfermedad invasora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ríos Ana María

    1999-01-01

    antimicrobianos. En el desarrollo de una vacuna deberían tenerse en cuenta las diferencias de mortalidad según los serotipos, a fin de lograr un mayor impacto en la morbilidad y mortalidad infantiles por enfermedad de origen neumocócico.

  14. Impacto de la resistencia a antimicrobianos y de serotipos de Streptococcus pneumoniae en la mortalidad de niños menores de 5 años con enfermedad invasora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana María Ríos

    1999-02-01

    antimicrobianos. En el desarrollo de una vacuna deberían tenerse en cuenta las diferencias de mortalidad según los serotipos, a fin de lograr un mayor impacto en la morbilidad y mortalidad infantiles por enfermedad de origen neumocócico.

  15. Relações étnico-raciais e formação docente: Situações de discriminação racial na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Mucedula Aguiar

    2015-08-01

    Full Text Available Law 10.639/03, which establishes the compulsory teaching of African History and Afro-Brazilian Culture History, represented a great step forward towards building an anti-racist education. However, early childhood education is absent from the legal regulation. In addition, there is little reference to early childhood education in studies that address ethnic-racial relations. On the other hand, situations of racial discrimination are not uncommon in nursery schools and preschools. The objective of this paper is to discuss situations of discrimination and prejudice experienced in everyday childhood education involving ethnic-racial issues and to reflect on their implications for teacher education. In order to achieve this objective, we discuss some events witnessed by students of a Pedagogy Course during curricular training. The discussion includes two aspects. One is the students’ difficulty to identify situations of racial discrimination as such, what we understand to be the manifestation of the “myth of racial democracy”. The second aspect is related to the strong presence of the “mark bias” in the situations reported, in which the skin tone and hair type of small children are the targets of discrimination. Finally, we point out how teacher education is the key to coping with situations of racial discrimination and ethnic prejudice, as well as for the construction of an anti-racist education. A Lei nº 10.639/03, que institui a obrigatoriedade do ensino da História da África e da Cultura Afro-Brasileira, representou grande avanço no sentido da construção de uma educação antirracista. Contudo, a educação infantil está ausente dessa regulamentação legal. Além disso, observa-se pequena presença da educação infantil nos trabalhos que abordam relações étnico-raciais. Em contrapartida, situações de discriminação racial não são raras no cotidiano de creches e pré-escolas. Nesse sentido, o objetivo do presente

  16. Perfil de mortalidade por causas externas entre Adventistas do Sétimo Dia e a população geral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Costa Velten

    Full Text Available Resumo Este estudo teve por objetivo comparar o perfil de mortalidade por causas externas entre Adventistas do Sétimo Dia e população geral do Espírito Santo no período de 2003 a 2009. Realizou-se busca dos Adventistas no banco nominal do Sistema de Informação sobre Mortalidade de posse das informações dos Adventistas fornecidas pelas sedes administrativas da instituição. Os óbitos por causas externas ocorridos no período estudado foram então separados em dois grupos: Adventistas e população geral. Os Adventistas apresentaram menor mortalidade proporcional por causas externas (10% que a população geral (19%, sendo o sexo masculino o principal responsável por essa diferença. Em ambos os grupos os óbitos predominaram na faixa de 20 a 29 anos. As mortes por causas acidentais foram mais expressivas entre os Adventistas (68,08% enquanto as mortes por causas intencionais relacionadas às agressões e lesões autoprovocadas foram mais significativas na população geral (53,67% de todas as mortes. A razão de mortalidade padronizada para as causas externas foi 41,3, sendo assim ser Adventista reduziu a mortalidade em 58,7%. Acredita-se que o benefício dos Adventistas verificado em relação à mortalidade por causas externas possa estar relacionado à recomendação de abstinência do consumo de álcool por esse grupo.

  17. A mortalidade neonatal em 1998, no município de Botucatu - SP La mortalidad neonatal en 1998, en el município de Botucatu-SP The neonatal mortality in 1998 at the municipality of Botucatu-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Poles

    2000-07-01

    Full Text Available Considerando que a mortalidade neonatal é indicador da qualidade da assistência prestada à gestante, ao parto e ao recém-nascido, realizamos o presente trabalho, cujo objetivo foi identificar as causas e o índice de mortalidade neonatal durante o ano de 1998 em Botucatu-SP. O coeficiente de mortalidade neonatal obtido foi de 8,3/1000 nascidos vivos e o coeficiente de mortalidade neonatal precoce foi de 7,3/1000 nascidos vivos, confirmando a importância dos óbitos na primeira semana de vida. Aproximadamente três quartos dos óbitos puderam ser classificados como reduzíveis por diagnóstico e tratamento precoces, reduzíveis por adequada atenção ao parto ou parcialmente reduzíveis por adequado controle da gravidez, evidenciando que para se reduzir os índices de morte neonatal, deveremos investir na melhoria da qualidade da assistência prestada à gestante, à parturiente e ao neonato.Considerando que la mortalidad neonatal es un indicador de la calidad de la asistencia ofrecida en la gestación, al parto y al recién- nacido, realizamos el presente trabajo, con el objetivo de estudiar la mortalidad neonatal durante el año de 1998 en Botucatu-SP. El coeficiente de mortalidad neonatal encontrado fue 8,3/1000 nacidos vivos y el coeficiente de mortalidad neonatal precoz fue de 7,3/1000 nacidos vivos, confirmando la importancia de las defunciones en la primera semana de vida. Los resultados mostraron que aproximadamente tres cuartos de las defunciones pueden ser reducidas con el control del embarazo, con el diagnóstico y tratamiento precoz o con la adecuada atención al parto, evidenciando que para reducir los índices de mortalidad neonatal, deberemos invertir en la mejoría de la calidad de la asistencia ofrecida en la gestación, en el parto y al recién-nacido.Considering that neonatal mortality is an indicator of the quality of the care provided to pregnant women, at childbirth as well as to the new born, authors developed the

  18. Reflexo do consumismo infantil no ambiente escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia de Fátima Camargo

    2011-12-01

    Full Text Available Este artigo propôs verificar se há reflexos do consumismo infantil no ambiente escolar. Se á fatores que influenciam nas interações afetivas e subjetivas dos alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental na Escola Municipal Professora Ana Cristina de sena município de Sinop – MT. O objetivo do trabalho foi investigar as relações interpessoais em sala de aula e de que forma essas relações acontecem diante do consumismo. Como fundamentação teórica, recorremos aos autores, Zygmunt Bauman, Anne Barrére, Antonio Chizotti e Maria Minayo. A metodologia usada consistiu na pesquisa qualitativa, no estudo de caso e entrevistas com perguntas abertas e fechadas aplicadas a professores e pais e observação em sala dos alunos. Através dos relatos dos sujeitos realizamos um estudo analítico confrontando os dados da pesquisa com os autores principais que fundamentam a mesma. O presente trabalho pretende contribuir com a escola na sensibilização de futuros consumidores, e como trabalhar com conceitos de valores do ‘ser’ e não do ‘ter’. Os resultados da investigação revelam que a realidade na qual foi pesquisado, o reflexo do consumismo e contundentes e que o consumismo não é o único fator a influenciar nas relações e formação subjetiva dos alunos.Palavras-chave: educação; ensino fundamental; anos iniciais; consumismo; sociointeracionismo.

  19. Neonatal and infantile acne vulgaris: an update.

    Science.gov (United States)

    Serna-Tamayo, Cristian; Janniger, Camila K; Micali, Giuseppe; Schwartz, Robert A

    2014-07-01

    Acne may present in neonates, infants, and small children. Neonatal and infantile acne vulgaris are not considered to be rare. The presentation of acne in this patient population sometimes represents virilization and may portend later development of severe adolescent acne. Neonatal and infantile acne vulgaris must be distinguished from other cutaneous disorders seen in newborns and infants. Infantile acne tends to be more pleomorphic and inflammatory, thus requiring more vigorous therapy than neonatal acne.

  20. Concentrações de selênio na dieta e nas unhas de pré-escolares de um centro de educação infantil de São Paulo-SP
    Selenium in diet and nails of preschool from the nursery in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. R. SILVA

    2011-04-01

    Full Text Available

    O estudo objetivou determinar a concentração de selênio nas unhas e na dieta consumida por 66 pré-escolares matriculados em um Centro de Educação Infantil do Município de São Paulo. Para a obtenção do consumo alimentar foi utilizado o método de registro alimentar, com a aplicação da pesagem direta dos alimentos. Os teores de selênio na dieta e nas unhas foram determinados por espectrometria de absorção atômica em forno de grafi te. A ingestão média de selênio das crianças de 2 a 3 anos foi de 18,7μg/dia e das de 4 a 6 anos de 29,5μg/dia. Os teores de selênio nas unhas das crianças de 2 a 3 anos foi 0,50μg/g e nas de 4 a 6 anos 0,48μg/g. Os resultados sugerem que os pré-escolares recebem na instituição uma alimentação adequada com relação ao selênio.

  1. Infantile masturbation and paroxysmal disorders.

    Science.gov (United States)

    Omran, Mohammadreza Salehi; Ghofrani, Mohammad; Juibary, Ali Ghabeli

    2008-02-01

    A recurrent paroxysmal presentation in children leads to different diagnoses and among them are neurologic and cardiac etiologies. Infantile masturbation is not a well known entity and cannot be differentiated easily from other disorders. Aim of this study is to elucidate and differentiate this condition from epileptic seizures. We report 3 cases of 10 to 30 mth old girls of infantile masturbation that their symptoms initiated at 2, 3 and 8 mth of age. These present with contraction and extension of lower extremities, scissoring of legs, perspiration, changing face color. In 2 cases body rocking and legs rubbing initiated then there after. Masturbation is one of the paroxysmal non-epileptic conditions of early infancy and is in differential diagnosis of epileptic seizures.

  2. Cultura, self e autonomia: bases para o protagonismo infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Fernandes Senna Pires

    Full Text Available Neste artigo são discutidas as bases do protagonismo (ou participação infantil na sociedade: cultura, construção do self e autonomia. São apresentados os principais fundamentos teóricos da abordagem sociocultural construtivista ao se discutir o self como sistema complexo e dinâmico, co-construído mediante a interação entre sujeito ativo e canalizações culturais. Diante das práticas culturais relacionadas à institucionalização da infância, analisam-se como crenças e valores podem contribuir para a participação infantil nos processos decisórios e para a superação das limitações atuais. Conclui-se que a abordagem co-construtivista, efetivamente, pode contribuir para a promoção do protagonismo infantil, visto que destaca as dimensões da cultura e do sujeito construtivo, aí implicadas.

  3. Interdisciplinary management of infantile colic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Miguel Becerra-Granados

    2017-07-01

    This article presents a structural review of evidence on the fundamentals and progress in the treatment of infantile colic, and compiles the characteristics of this pathology, the medical and nutritional therapeutic measures, the clinical approach and the techniques to help the patient and his family. This study seeks to provide technical tools to health professionals whose target population is children younger than 2 years of age.

  4. Organization life cycles: longevity and mortality of micro and small industries in Contagem - Minas Gerais, Brazil Ciclo de vida de las organizaciones: señales de longevidad y mortalidad de micro y pequeñas industrias en la región de Contagem - Minas Gerais, Brasail Ciclo de vida das organizações: sinais de longevidade e mortalidade de micro e pequenas indústrias na região de Contagem - MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wendel Alex Castro Silva

    2010-09-01

    la quinta fase y presentan características positivas de las fases anteriores. En razón de algunas limitaciones de la investigación se sugiere su ampliación para la totalidad de la poblaciónEste trabalho teve como objetivo identificar em qual estágio do Ciclo de Vida Organizacional estão algumas micro e pequenas empresas do segmento industrial da região de Contagem-MG, a partir da abordagem de longevidade empresarial segundo a tipologia de Adizes (1990. Para alcançar os objetivos do estudo, efetuou-se uma pesquisa de campo quantitativa com uma amostra de dezessete empresas, selecionadas por acessibilidade, em uma carteira de clientes da principal instituição financeira da região. Os dados foram coletados por meio de questionário fechado, com a escala de Likert de cinco pontos. Na análise de resultados foi utilizada uma abordagem descritiva, não paramétrica, para estabelecer o Ranking Médio (RM e mensurar o grau de concordância das características avaliadas. Os principais resultados mostram que as empresas pesquisadas com até dois anos de vida encontram-se no segundo estágio, a Infância; as empresas com idade de dois a cinco anos não apresentam um estágio definido, variando entre o segundo e o quinto estágio, a Plenitude; as empresas com mais de cinco anos encontram-se no quinto estágio e apresentam características positivas dos estágios anteriores. Em razão de algumas limitações da pesquisa, sugere-se sua ampliação para a totalidade da população

  5. Mortalidad por paludismo en Colombia, 1979-2008

    OpenAIRE

    Pablo Chaparro; Julio Padilla

    2012-01-01

    Introducción. En Colombia, el paludismo representa un grave problema de salud pública. Se estima que, aproximadamente, 60 % de la población se encuentra en riesgo de enfermar o de morir por esta causa. Objetivo. Describir la tendencia de la mortalidad por paludismo en Colombia desde 1979 hasta 2008. Materiales y métodos. Se llevó a cabo un estudio descriptivo para determinar la tendencia de las tasas de mortalidad. Las fuentes de información fueron las bases de datos de las defunciones...

  6. Mortalidad cardiovascular: ¿cómo prevenirla?

    OpenAIRE

    Estruch, Ramón

    2014-01-01

    El primer escalón en la prevención y tratamiento de muchas enfermedades crónicas como las enfermedades cardiovasculares es el seguimiento de una dieta saludable. Varios estudios epidemiológicos han mostrado que el seguimiento de una dieta mediterránea tradicional reduce la mortalidad global, la mortalidad cardiovascular y la incidencia de enfermedades crónicas como las cardiovasculares, el cáncer y las patologías neurodegenerativas. No obstante, un único estudio ha analizado los efectos de la...

  7. Instrumentos para avaliação de apraxia de fala infantil

    OpenAIRE

    Gubiani, Marileda Barichello; Pagliarin, Karina Carlesso; Keske-Soares, Marcia

    2015-01-01

    RESUMO Objetivo: Revisar sistematicamente na literatura os principais instrumentos utilizados para avaliação da apraxia de fala infantil. Estratégia de pesquisa: Realizou-se busca nas bases Scopus, PubMed e Embase Critérios de seleção: Foram selecionados estudos empíricos que utilizaram instrumentos de avaliação da apraxia de fala infantil. Análise dos dados: A seleção dos artigos foi realizada por dois pesquisadores independentes. Resultados: Foram encontrados 695 resumos. Após a l...

  8. A mortalidade por doenças infecciosas no início e no final do século XX no Município de São Paulo Deaths due to infectious diseases in the beginning and the end of the 20th century in the City of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Maria Buchalla

    2003-12-01

    Full Text Available A melhora das condições de vida do homem durante o século XX contribuiu para transformações da estrutura demográfica e para mudanças dos padrões de morbi-mortalidade. Com o objetivo de discutir essas mudanças, pretende-se comparar os dados de mortalidade do Município de São Paulo em 1901, 1960 e 2000. As causas de morte foram obtidas das seguintes fontes: Anuários Estatísticos da FSEADE, para 1901; Anuário de 1961 do Departamento de Estatística do Estado e CD-ROM de Mortalidade do Ministério da Saúde, para o ano de 2000. Os demais dados - de população, de nascidos vivos, coeficientes de mortalidade geral e infantil - foram obtidos do CD-ROM "500 anos de Divisão territorial e 100 anos de Estatísticas Demográficas Municipais" da FSEADE. Do início até o final do século XX, a população do Município de São Paulo aumentou 36 vezes, o número de nascimentos quase 24 e o número de óbitos 13,6 vezes. No entanto, as taxas de mortalidade diminuíram, a mortalidade geral foi 2,6 vezes menor no ano 2000 e a mortalidade infantil 11,3 vezes menor. A proporção de óbitos por doenças infecciosas declina de 45,7% do total de óbitos em 1901 para 9,7% em 2000. Em 1901, entre as 10 principais causas de morte no Município, 5 eram doenças infecciosas, correspondendo a 37% das mortes; em 1960, apareciam nesta lista apenas 3 doenças infecciosas (16,1% dos óbitos, e em 2000 apenas a pneumonia constava entre as principais causas de morte. Doenças como tétano, difteria, coqueluche, sarampo e escarlatina mostraram-se controladas no final do período. No entanto, a pneumonia, a tuberculose, a septicemia e a aids ainda se situam entre as que merecem especial atenção na área de saúde pública.The changes in living conditions during the 20th century have contributed to change morbidity and mortality standards, and the population structure. This study aims to present and discuss these changes by comparing mortality data of the City of

  9. Mortalidade por causas relacionadas ao aborto no Brasil: declínio e desigualdades espaciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Gil de Carvalho Lima

    2000-03-01

    Full Text Available Além de constituir causa freqüente de internamentos obstétricos em países pobres, o aborto representa a incapacidade do sistema público de saúde de prover informação suficiente sobre métodos contraceptivos para prevenir gestações em vez de interrompê-las. No Brasil, as altas taxas de utilização de serviços de saúde por abortamentos refletem as dificuldades persistentes de contracepção e planejamento familiar. Além disso, a mortalidade por aborto serve como indicador da qualidade dos procedimentos abortivos, um ponto importante num país onde tal prática é ilegal e, portanto, clandestinamente realizada. No presente estudo, analisamos as taxas de mortalidade por causas relacionadas ao aborto entre mulheres de 10 a 54 anos de idade, incluindo aquelas que morreram por abortamentos espontâneos e provocados, de 1980 a 1995, segundo região de residência. As informações utilizadas foram obtidas do banco de dados sobre mortalidade do Sistema Único de Saúde --Ministério da Saúde. Dados sobre população foram obtidos junto à Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estudaram-se 2 602 óbitos. Do total de óbitos, 15% foram devidos a aborto retido, aborto espontâneo e aborto induzido com indicação legalmente admitida. Oitenta e cinco por cento dos óbitos foram causados por aborto induzido sem indicação legalmente admitida e por aborto sem causa especificada. Os coeficientes de mortalidade por causas relacionadas ao aborto têm decrescido continuamente no Brasil, mas tais avanços têm-se distribuído desigualmente no país. A região que apresentou a menor queda na taxa (38% em 15 anos foi o Nordeste. As mulheres que morreram por aborto tiveram uma média de idade decrescente no período estudado.

  10. Mortalidade por leucemias relacionada à industrialização Mortality by industrialization-related leukemias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Helena Seoane Leal

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a distribuição espacial da mortalidade por leucemia na população, buscando identificar agregados e estabelecer sua relação com os níveis de industrialização. MÉTODOS: O estudo foi realizado nas 43 regiões de governo do Estado de São Paulo, no qüinqüênio 1991-1995. Foi construído um "índice de industrialização relativo à leucemia" (IIRL baseado no número de indústrias e empregos industriais por 100.000 habitantes, valor adicionado fiscal, variedade de ramos industriais e indústrias com potenciais exposições de risco para a leucemia. O IIRL foi distribuído em cinco categorias. Verificaram-se os coeficientes padronizados de mortalidade por leucemia em cada uma das regiões, também distribuídos em cinco categorias e comparados ao mapa IIRL. RESULTADOS: As regiões mais industrializadas em ordem decrescente foram Campinas, Piracicaba, Jundiaí, Sorocaba e São Paulo. Não foi encontrada associação entre mortalidade, por nenhum tipo de leucemia, e industrialização. A região de Jales foi a que apresentou o mais alto coeficiente padronizado de mortalidade por leucemia. CONCLUSÕES: A distribuição da mortalidade por leucemia ocorreu de forma homogênea no Estado de São Paulo, não apresentando correlação com o nível de industrialização. Entretanto, aspectos relacionados ao método epidemiológico adotado -- estudo ecológico -- e ao uso do parâmetro "mortalidade por leucemia", doença cujo prognóstico tem mudado muito nas últimas décadas, limitaram a interpretação dos resultados.OBJECTIVE: To analyze the spatial distribution of mortality by leukemia in the population, looking for clusters, and to establish an association with the level of industrialization. METHOD: The study was carried out in 43 state regions of the state of São Paulo, Brazil, in the period between 1991 and 1995. It was created an Index of Industrialization-Related Leukemia (IIRL based on number of manufactures and

  11. Comparacao dos criterios RIFLE, AKIN e KDIGO quanto a capacidade de predicao de mortalidade em pacientes graves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Machado Levi

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: A lesão renal aguda é uma complicação comum em pacientes gravemente enfermos, sendo os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO utilizados para sua classificação. Esse trabalho teve como objetivo a comparação dos critérios citados quanto à capacidade de predição de mortalidade em pacientes gravemente enfermos. Métodos: Estudo de coorte prospectiva, utilizando como fonte de dados prontuários médicos. Foram incluídos todos os pacientes admitidos na unidade de terapia intensiva. Os critérios de exclusão foram tempo de internamento menor que 24 horas e doença renal crônica dialítica. Os pacientes foram acompanhados até a alta ou óbito Para análise dos dados, foram utilizados os testes t de Student, qui-quadrado, regressão logística multivariada e curva ROC. Resultados: A média de idade foi de 64 anos, com mulheres e afrodescendentes representando maioria. Segundo o RIFLE, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 22,58%, 24,19% e 35,48% para pacientes sem lesão renal aguda e em estágios Risk, Injury e Failure, respectivamente. Quanto ao AKIN, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 29,03%, 12,90% e 40,32% para pacientes sem lesão renal aguda, estágio I, estágio II e estágio III, respectivamente. Considerando o KDIGO 2012, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 29,03%, 11,29% e 41,94% para pacientes sem lesão renal aguda, estágio I, estágio II e estágio III, respectivamente. As três classificações apresentaram resultados de curvas ROC para mortalidade semelhantes. Conclusão: Os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO apresentaram-se como boas ferramentas para predição de mortalidade em pacientes graves, não havendo diferença relevante entre os mesmos.

  12. Mortalidade por armas de fogo no estado do Rio de Janeiro, Brasil: uma análise espacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Szwarcwald Célia Landman

    1998-01-01

    Full Text Available O aumento da mortalidade por armas de fogo no estado do Rio de Janeiro, Brasil, tem tomado um aspecto alarmante. O objetivo deste estudo foi caracterizar a evolução temporal da mortalidade por armas de fogo neste estado, no período de 1979 a 1992, conforme sexo, idade e região de residência (capital, cinturão metropolitano e interior do estado e estudar a propagação da epidemia ao longo do tempo e do espaço, com a utilização de técnicas de análise estatística espacial. No período analisado, a mortalidade por armas de fogo teve o seu maior crescimento entre adolescentes de 15 a 19 anos, do sexo masculino; estas taxas variaram de 13 a 16% para este grupo, conforme a região de residência. Para o grupo das crianças de 10 a 14 anos, a mortalidade por armas de fogo teve um acréscimo de 10% ao ano. Foi nítida a interiorização da mortalidade por armas de fogo. No início da série, observou-se uma direção preferencial de disseminação, ao longo dos municípios situados na costa leste do estado, acompanhando o trajeto de uma rodovia federal. Entre 1990 e 1992, entretanto, a difusão ocorreu em praticamente todas as direções. A constatação empírica da expansão generalizada da mortalidade por armas de fogo nega as afirmações corriqueiras de concentração da violência nos bolsões de pobreza das metrópoles brasileiras. Os programas para prevenir e controlar a epidemia devem abordar o problema sob diferentes aspectos, enfocando questões tanto no plano coletivo (proliferação de armas entre a população vinculada ao contrabando internacional de armas, aumento da criminalidade, expansão do tráfico de drogas e exclusão de oportunidades sociais, assim como no plano individual (relações e interações dos jovens com seu ambiente, em nível da família, da escola e da sociedade.

  13. "Fraqueza de nascença": sentidos e significados culturais de impressões maternas na saúde infantil no Nordeste brasileiro "Birth weakness": cultural meanings of maternal impressions for infant health in Northeast Brazil

    OpenAIRE

    Paola Gondim Calvasina; Marilyn K. Nations; Maria Salete Bessa Jorge; Helena Alves de Carvalho Sampaio

    2007-01-01

    A gestação abrange dimensões sócio-culturais, históricas e afetivas, que processam no corpo das mulheres diversos sentidos e significados. Cada sociedade constrói concepções, práticas ou modelos explicativos populares, que se diferenciam do modelo biomédico e visam a proteger a mãe-feto, promovendo uma gravidez saudável. Esta pesquisa qualitativa, baseada na antropologia interpretativa, desvela as experiências vivenciadas por 27 mulheres pobres e suas repercussões na desnutrição dos filhos at...

  14. Vineberg Procedure by "Vineberg technique modified by Lobo Filho": morbidity and mortality in the imediate post operative period, angiography results and flow analyze of the left internal thoracic artery implanted Procedimento de Vineberg pela técnica de "Vineberg modificada por Lobo Filho": morbi-mortalidade imediata, resultados angiográficos e análise do fluxo na artéria torácica interna esquerda implantada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Glauco Lobo Filho

    2003-10-01

    êmica do ventrículo esquerdo. O principal questionamento acerca desse procedimento é a capacidade de fornecimento de fluxo sanguíneo adequado para o miocárdio isquêmico. OBJETIVOS: Avaliar os resultados angiográficos do procedimento de Vineberg pela técnica de Vineberg modificada por Lobo Filho e a morbi-mortalidade no pós-operatório imediato (POI, bem como analisar o fluxo na artéria torácica interna esquerda (ATIE implantada, em repouso e estresse. MÉTODO: De setembro de 1999 a abril 2002, em nosso serviço, oito pacientes foram operados pela técnica supracitada, na qual a introdução da artéria torácica interna na intimidade da musculatura do ventrículo esquerdo foi realizada com auxílio de um "kit" destinado à introdução de marcapassos cardíacos endocárdicos definitivos por punção da veia subclávia. Após seis meses, os pacientes foram estudados angiograficamente e submetidos ao ecodoppler da ATIE implantada. Para estudo do fluxo da ATIE pelo ecodoppler, constituímos dois grupos: "Grupo Vineberg", composto pelos oito pacientes citados; e o "Grupo Controle", composto por vinte pacientes, nos quais a ATIE foi utilizada para revascularizar diretamente a artéria interventricular anterior. O estudo angiográfico demonstrou perviabilidade de todos os enxertos em ambos os grupos. No estudo pelo ecodoppler, foram realizadas medidas de débito e velocidade de fluxo no enxerto. A análise dos dados obtidos foi feita pelo teste-T para amostras pareadas e não pareadas. RESULTADOS: Não houve óbitos ou complicações no POI. O estudo angiográfico demonstrou perviabilidade em 100% dos casos. O débito total observado foi cerca de 55% daquele encontrado no Grupo Controle. Em ambos os grupos, o débito total aumentou do repouso para o estresse. CONCLUSÃO: A técnica de Vineberg modificada por Lobo Filho pode ser utilizada com baixas taxas de morbi-mortalidade, alto índice de perviabilidade, oferecendo fluxo sanguíneo significativo em repouso e sob

  15. Análise dos fatores de risco para mortalidade na estimulação pediátrica endocárdica transfemoral: experiência em longo prazo Risk factors analysis in transvenous pediatric pacing through femoral access: long-term experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Costa

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: A estimulação cardíaca permanente melhora a sobrevida de crianças com bradicardia congênita ou adquirida, embora a mortalidade após o implante de marcapasso permaneça relativamente alta. O objetivo deste estudo foi avaliar os resultados em longo prazo de crianças submetidas a implante de marcapasso endocárdico pela veia femoral, incluindo a identificação de fatores de risco associados à mortalidade. MÉTODO: De 1981 a 2000, 99 pacientes variando em idade de um dia a 13 anos (4,1 ± 3,6 com mediana = 3 anos foram submetidos a implante de marcapasso permanente pela via femoral devido a bradicardia de origem congênita (39,4%, pós-cirúrgica (54,5% ou adquirida não cirurgicamente (6,1%. RESULTADOS: Ao final de 7,1 ± 5,3 anos (708,3 pacientes-anos de seguimento, 18 (18,2% pacientes haviam morrido. A sobrevida atuarial foi de 85%, 79,5%, e 74,2%, aos cinco, 10, e 15 anos, respectivamente. Os fatores independentes de mortalidade identificados pela análise proporcional de Cox foram: menor idade ao implante (p = 0,028, presença de anomalias cardíacas não corrigidas ou presença de próteses intracardíacas (p = 0,0001 e evidências radiográficas de cardiomegalia (p = 0,035. CONCLUSÕES: A estimulação cardíaca endocárdica permanente pela via femoral apresenta expectativa de sobrevida comparável a outras técnicas, com baixas taxas de complicações devidas ao implante de marcapasso. A sobrevida em longo prazo foi limitada pela menor idade e dilatação cardíaca no momento do implante, assim como pela presença de defeitos cardíacos sem correção ou de próteses valvares.OBJECTIVE: Permanent cardiac pacing improves survival of children with congenital or acquired bradycardia, although mortality after pacing remains relatively high. The aim of this study was to evaluate the long-term outcomes of children who undergo permanent endocardial cardiac pacing via the femoral vein, including the identification of associated

  16. Impact on early and late mortality after blood transfusion in coronary artery bypass graft surgery Impacto na mortalidade precoce e tardia após transfusão de hemácias em cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Alceu dos Santos

    2013-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the 30-day and 1-year mortality associated to the red blood cell transfusion after coronary artery bypass grafting surgery. This procedure has been questioned by the international medical community, but it is still widely used in cardiac surgery. Therefore, it is needed more evidence of this medical practice in our country. METHODS: We retrospectively analyzed 3,004 patients who underwent coronary artery bypass grafting surgery between June 2009 and July 2010. Patients were divided into two groups: non-transfused and transfused. RESULTS: The transfused group totaled 1,888 (63% and non-transfused 1,116 (37%. There were 129 deaths in 30 days, with 108 (84% in the transfused group and 21 (16% in the non-transfused (POBJETIVO: Avaliar a mortalidade em 30 dias e em 1 ano associada à transfusão de glóbulos vermelhos após cirurgia de revascularização miocárdica. Esse procedimento já vem sendo questionado pela comunidade médica internacional, mas ainda é utilizado em grande escala em cirurgias cardíacas. Portanto, faz-se necessário mais evidência dessa prática médica em nosso meio. MÉTODOS: Analisamos retrospectivamente 3004 pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica entre junho de 2009 e julho de 2010. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Transfundidos e Não transfundidos. RESULTADOS: O grupo de pacientes transfundidos totalizaram 1888 (63% e o grupo não transfundidos 1116 (37%. Foi observado 129 óbitos em 30 dias, sendo 108 (84% no grupo transfundidos e 21 (16% no grupo não transfundidos (P<0,001. Os óbitos em um ano totalizaram 249 distribuídos em 212 (85% hemotransfundidos e 37 (15% sem transfusão (P<0,001. O odds ratio ajustado para mortalidade nos pacientes transfundidos foi de 2,00 (P=0,007 em 30 dias e 2,31 (P=0,003 em 1 ano. Mesmo em pacientes de baixo risco (idade<60 anos e com EuroSCORE < 2%, portanto com menos comorbidades, temos significativamente mais óbitos no

  17. Trabalho infantil e ideologia: contribuição ao estudo da crença indiscriminada na dignidade do trabalho Child work and ideology: contribution to the study about the indiscriminated belief on the dignity of work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herculano Ricardo Campos

    2001-01-01

    Full Text Available No Brasil, a maioria das ações de combate ao trabalho infantil busca assegurar às famílias das vítimas apoio financeiro para compensar a renda até então auferida por elas. Contudo, pesquisas constatam que, aliada à permanência de grande número de crianças no trabalho, observa-se a crença das famílias, das próprias crianças, dos empregadores e até mesmo de muitos agentes encarregados do combate a esse tipo de trabalho, de que ele só trará benefícios para as crianças. Neste sentido, avalia-se, as ações de combate encontram-se comprometidas em face de aspectos subjetivos afirmativos do trabalho, de modo que seu sucesso parece condicionado ao desvelamento desses aspectos. O presente estudo oferece dados que permitem uma maior compreensão do processo social e histórico por meio do qual a ideologia do trabalho como educador, dignificante, se estabeleceu nas mentalidades do povo brasileiro e orientou as políticas públicas voltadas para a criança.In Brazil, most of the actions that fight child labor offers financial support to the victim's families as a supplement to their lost income. Nevertheless, previous studies have shown that many children remain in their work lurked to a belief by the children themselves, their families, their employers and even technicians who are responsible for the erradication of child labor, that this kind of work will bring benefits to the children. Accordingly, the success of the actions intended to reduce child labor should be connected and conditioned to better comprehension of these aspects. This study contributes to this understanding, presenting issues about the social and historical processes by which the ideology of labor as educative and dignifying was settled down in the mentality of Brazilian people and has oriented the public policies related to childhood.

  18. Aleitamento e parasitismo intestinal materno-infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa-Macedo Lêda Maria

    2000-01-01

    Full Text Available Entre março e maio de 1991, a prevalência das enteroparasitoses e o aleitamento materno foram determinados simultaneamente em 208 crianças menores de dois anos de idade e suas mães, atendidas em Instituição Pública de Saúde no Rio de Janeiro. Através da técnica de sedimentação, detectou-se positividade geral de 12,7% para as crianças, e 37,3% para as mães. Ascaris lumbricoides foi o parasito mais prevalente nas mulheres (12,7% e nos lactentes (4,3%. A distribuição dos parasitos entre os grupos de aleitamento não variou para as mulheres, mas foi estatisticamente significativa em relação às crianças (p < 0,05. Nenhuma criança em aleitamento exclusivo apresentou parasitose. Verificou-se correlação positiva entre parasitismo e desmame. Cerca de 60% das crianças parasitadas eram filhas de mães também parasitadas, sendo detectado um risco 1,7 vezes maior destas crianças virem a apresentar algum parasito intestinal. Acreditamos que a mãe parasitada possa influenciar na freqüência do parasitismo infantil.

  19. Infantile spasms: A prognostic evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Iype

    2016-01-01

    Full Text Available Background: Few papers address the comprehensive prognosis in infantile spasms and look into the seizure profile and psychomotor outcome. Objective: We aimed to follow up children with infantile spasms to study: a the etiology, demographics, semiology, electroencephalogram (EEG, and radiological pattern; b seizure control, psychomotor development, and EEG resolution with treatment; c the effects of various factors on the control of spasms, resolution of EEG changes, and psychomotor development at 3-year follow-up. Materials and Methods: Fifty newly diagnosed cases with a 1-12 month age of onset and who had hypsarrhythmia in their EEG were recruited and 43 were followed up for 3 years. Results: Of the children followed up, 51% were seizure-free and 37% had a normal EEG at the 3-year follow-up. Autistic features were seen in 74% of the children. Only 22.7% among the seizure-free (11.6% of the total children had normal vision and hearing, speech with narration, writing skills, gross and fine motor development, and no autism or hyperactivity. On multivariate analysis, two factors could predict bad seizure outcome — the occurrence of other seizures in addition to infantile spasms and no response to 28 days of adrenocorticotropic hormone (ACTH. No predictor could be identified for abnormal psychomotor development. Discussion and Conclusion: In our study, we could demonstrate two factors that predict seizure freedom. The cognitive outcome and seizure control in this group of children are comparable to the existing literature. However, the cognitive outcome revealed by our study and the survey of the literature are discouraging.

  20. Mortalidade e o tempo de internação em uma unidade de terapia intensiva cirúrgica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abelha Fernando José

    2006-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Em cuidados intensivos os resultados podem ser relacionados aos índices de mortalidade ou morbidade. Quando avaliada de forma isolada, a mortalidade é uma medida insuficiente do resultado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI; o tempo de internação pode ser uma medida indireta do resultado relacionado com a morbidade. O objetivo do presente estudo foi avaliar a incidência e os fatores preditivos para mortalidade e tempo de internação dos pacientes admitidos numa UTI cirúrgica. MÉTODO: Participaram deste estudo prospectivo, realizado, entre abril e julho de 2004, todos os 185 pacientes submetidos a procedimentos programados ou de emergência, admitidos numa UTI cirúrgica. Foram registrados os seguintes parâmetros: idade, sexo, altura e peso, temperatura central estado físico segundo a ASA, tipo de intervenção cirúrgica, porte cirúrgico, técnica anestésica, quantidade e qualidade de fluídos administrados durante a anestesia, monitorização da temperatura ou de técnica de aquecimento corporal peri-operatório, duração da anestesia, tempo de permanência na UTI e no hospital e escore SAPS II. RESULTADOS: O tempo médio de internação na UTI foi de 4,09 ± 10,23 dias. Fatores de risco significativos para permanências mais prolongadas na UTI foram o valor do escore SAPS II, estado físico ASA, quantidade administrada, durante a intervenção cirúrgica, de colóides, unidades de plasma fresco e unidades de concentrados de hemáceas. Quatorze pacientes (7,60% morreram durante a internação na UTI e 29 (15,70% morreram durante a internação hospitalar. Fatores de risco independentes de mortalidade com diferença estatística significativa foram intervenções cirúrgicas de emergência, de grande porte, escores altos SAPS II, permanência prolongada na UTI e no hospital. Fatores protetores com diferença estatística significativa para risco de morte hospitalar foram baixo peso corporal e baixo

  1. Políticas de saúde materna no Brasil: os nexos com indicadores de saúde materno-infantil Maternal health policies in Brazil: relations to maternal and child health indicators

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Theodoro dos Santos Neto

    2008-06-01

    Full Text Available Desde o início do processo de medicalização diversos esforços ocorreram para a perpetuação da força de trabalho. Uma das medidas para o exercício do controle estatal foi a institucionalização do parto. Com isso, o entendimento sobre os processos fisiológicos e patológicos referentes à gestante, ao parto e ao recém-nascido avançou nos campos científico e tecnológico, permitindo a intervenção médica para melhoria das condições de saúde materno-infantil. O presente estudo se propõe a identificar as principais legislações que fundamentaram a formulação e a execução de políticas públicas para a saúde materno-infantil no Brasil, a partir da década de 1980, além de estabelecer as relações dessas políticas com indicadores de mortalidade materna e neonatal, no período de 1996 a 2005. Uma pesquisa documental foi realizada para identificar as principais legislações aprovadas e políticas implementadas pelo Ministério da Saúde relacionadas à saúde materno-infantil; enquanto os dados referentes aos indicadores de saúde foram coletados nas bases de dados do SINASC e SIM e disponibilizados on-line. Concluiu-se que as políticas públicas geradas no seio da sociedade pelos movimentos sociais na década de 1980, apesar de seus limites, culminaram na consolidação de diversas leis e programas de saúde voltados à atenção materno-infantil e estas tiveram papel importante na organização dos sistemas e serviços de saúde, de modo a refletir na melhoria dos indicadores de mortalidade neonatal nos anos 1990 e 2000. Entretanto, a persistência dos elevados índices de mortalidade materna leva ao questionamento inevitável de que as políticas de gênero não têm conseguido êxito tão significativo.Since the beginning of the medicalization process, there has been a huge effort towards the maintenance of the working force. One of the measures taken to control the work forces was the institutionalization of delivery

  2. Necessidades proteicas, morbidade e mortalidade no paciente grave: fundamentos e atualidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Haroldo Falcão Ramos da Cunha

    2013-03-01

    Full Text Available Evidências recentes sugerem que o balanço proteico negativo secundário à doença grave se associa ao aumento de morbidade. A perda da proteína corporal total é inevitável nesse cenário, mesmo com uma abordagem nutricional agressiva, e resulta, principalmente, do catabolismo da fibra muscular esquelética. O principal mecanismo bioquímico e metabólico envolvido nesse processo é o sistema ubiquitina-proteassoma, que, paradoxalmente, consome a adenosina trifosfatocomo fonte energética e motriz. É possível que a neutralidade do balanço proteico nessas instâncias clínicas, seja tão importante na melhora dos desfechos quanto atingir a meta calórica estimada ou medida pela calorimetria indireta. Estudos recentes apontam a utilização de concentrações mais elevadas de proteínas na terapia nutricional do paciente grave como importante para um impacto positivo na mortalidade. A proposta deste trabalho foi revisar alguns princípios da terapia nutricional relativos ao metabolismo proteico, sinalizar para as principais assertivas das diretrizes das sociedades especializadas e comentar estudos recentes, que abordam a questão em tela, sob a visão crítica da experiência clínica dos autores.

  3. Diferenciais na adequação das informações de eventos vitais nos municípios de Pernambuco, 2006-2008 Differentials in vital information in the state of Pernambuco, Brazil, 2006-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirella Rodrigues

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os diferenciais da adequação das informações de nascimentos e óbitos do Ministério da Saúde para o cálculo da mortalidade infantil nos municípios do Estado de Pernambuco, 2006-2008. MÉTODOS: Estudo ecológico, cujas fontes de dados foram os sistemas de informação sobre nascidos vivos e mortalidade. Foram utilizados os indicadores: coeficiente de mortalidade geral padronizado por idade, desvio médio relativo do coeficiente de mortalidade geral, razão entre nascidos vivos informados e estimados, desvio médio relativo da taxa de natalidade e proporção de óbitos sem definição de causa básica. Estes indicadores foram agregados em três dimensões: mortalidade, natalidade e mal definidos. Utilizando critérios pré-estabelecidos, os municípios foram classificados como: informações vitais consolidadas, em fase de consolidação e não consolidadas. Os dados foram analisados através do programa Epiinfo e do Terraview para elaboração dos mapas. RESULTADOS: Dos 185 municípios do Estado, 141 (76,2% foram classificados como informações vitais consolidadas, agregando aproximadamente 85% da população residente e 17 (9,2% como não consolidadas, categoria na qual reside apenas 4,9% da população. Os municípios com 50.000 habitantes ou mais têm informações de melhor qualidade. CONCLUSÃO: O método utilizado mostrou-se potencial para classificar a qualidade das informações vitais em Pernambuco, identificando as desigualdades, que se constituem em desafios para o Estado, no sentido de possibilitar a análise destas informações a partir de dados diretos dos sistemas no âmbito municipal. Apenas dessa forma torna-se possível avaliar os investimentos realizados para a redução da mortalidade infantil em Pernambuco de forma realística.OBJECTIVE: To assess differentials in official birth and death data for estimating infant mortality. METHODS: An ecological study was conducted based on data obtained from

  4. Fonoaudiologia e educação infantil: uma parceria necessária Speech therapy and infantile education: a necessary partnership

    OpenAIRE

    Poliana Carla Santos Maranhão; Sabrina Maria Pimentel da Cunha Pinto; Cristiane Monteiro Pedruzzi

    2009-01-01

    OBJETIVO: investigar as informações que os professores de educação infantil possuem em relação a Fonoaudiologia na escola, bem como sobre temas ligados à área de linguagem. MÉTODOS: foi aplicado um questionário, contendo 17 questões objetivas em uma amostra com 73 professores de educação infantil da rede municipal de ensino da cidade de Maceió-AL. RESULTADOS: os participantes relacionaram a atuação fonoaudiológica na escola à presença de alterações no desenvolvimento da criança. O índice de p...

  5. Morbilidad y mortalidad materna en una institución de salud en el año 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia E. Guerra Gutiérrez

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: Analizar la morbilidad y mortalidad materna en una institución de salud en 2012. Materiales y método: Estudio descriptivo transversal retrospectivo. La población estudiada fue tomada de la base datos del Comité materno-infantil del Hospital Universidad del Norte (HUN. Casos que clasificaron en los criterios MME establecidos durante 2012. Ya obtenida la información, en el análisis de los datos se utilizó la herramienta Statgraphics, para gestionar y analizar los valores estadísticos. También se utilizó Microsoft Word y Excel para organizar gráficos, tablas y redactar su respectivo análisis. Resultados: Del total de casos presentados, un alto porcentaje (97 % presentó morbilidad materna extrema, seguido de un 3 % que presentó mortalidad materna en 2012. Del total de casos presentados, un alto porcentaje (72 % se presentó en el primer semestre y un 28 % en el segundo semestre. Conclusión: Este tipo de análisis es el punto de partida para obtener una mayor comprensión del problema de Morbimortalidad Materna. Después de hacer una primera aproximación mediante la descripción de la situación, es decir, conocer los criterios que más incidencia tienen, el siguiente paso es identificar los factores determinantes que están influyendo para su presentación, pero ante todo, reconocer cuáles fueron las conductas o las condiciones que impidieron que estas madres murieran, con el fin de aplicar este conocimiento en la atención de futuras mujeres.

  6. Maternal mortality due to hemorrhage in Brazil Mortalidad materna en Brasil debida a hemorragia Mortalidade materna por hemorragia no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes de Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: to analyze the rates of maternal mortality due to hemorrhage identified in Brazil from 1997 to 2009. Methods: the time series and population data from the Brazilian Health Ministry, Mortality Information System and Live Birth Information System were examined. From the Mortality Information System, we initially selected all reported deaths of women between 10 and 49 years old, which occurred from January 1, 1997 to December 31, 2009 in Brazil, recorded as a "maternal death". RESULTS: during the research period, 22,281 maternal deaths were identified, among which 3,179 were due to hemorrhage, accounting for 14.26% of the total deaths. The highest rates of maternal mortality were found in the North and Northeast areas of Brazil. CONCLUSIONS: the Brazilian scenario shows regional inequalities regarding maternal mortality. It presents hemorrhaging as a symptom and not as a cause of death. OBJETIVO: analizar las tasas de mortalidad materna debida a hemorragia, identificadas en Brasil durante el periodo de 1997 a 2009. MÉTODOS: fueron examinados los datos de series temporales y de población del Ministerio de la Salud de Brasil, del Sistema de Información de Mortalidad y del Sistema de Información de Nacidos Vivos. Del Sistema de Información de Mortalidad, inicialmente seleccionamos todos los informes sobre muerte de mujeres con edad entre 10 y 49 años, que ocurrieron entre el 01 de enero de 1997 y el 31 de diciembre de 2009, en Brasil, clasificadas como "muertes maternas". RESULTADOS: durante el periodo de investigación, fueron identificadas 22.281 muertes maternas, entre las cuales 3.179 se debieron a hemorragia, siendo responsables por 14,26% del total de muertes. La tasa más alta de mortalidad materna fue encontrada en las regiones Norte y Noreste de Brasil. CONCLUSIONES: el escenario brasileño muestra desigualdades regionales en lo que se refiere a mortalidad materna; este presenta la hemorragia como un síntoma y no como la

  7. Mortalidad por enfermedades neoplásicas en la infancia: Enero de 1988 a diciembre de 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Pérez García

    2003-04-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo, en el que el universo de trabajo lo constituyó el total de pacientes menores de 15 años, diagnosticados con una enfermedad neoplásica en la provincia de Cienfuegos, en el período comprendido de enero de 1988 a diciembre de 1998. La base de datos se obtuvo en el Hospital Pediátrico Docente Provincial "Paquito González Cueto" de Cienfuegos y en los centros de referencia nacionales para el diagnóstico y tratamiento de estas enfermedades de la provincia, con el objetivo de realizar una caracterización de la mortalidad por cáncer infantil. Para el análisis de los datos se obtuvieron las tasas por 100 000 habitantes menores de 15 años en la provincia y según variables. La tasa media anual de mortalidad fue de 5, 06 ´ 105 habitantes; el grupo de 1 a 4 años fue el más afectado (7,43 ´ 105 habitantes, el sexo femenino (5,21 ´ 105 habitantes y los no blancos tuvieron la mayor letalidad (64 %.A descriptive study was conducted among all the patients under 15 who were diagnosed a neoplastic disease in the province of Cienfuegos from January to December, 1988. The data base was obtained at "Paquito Gonzalez Cueto" Provincial Pediatric Teaching Hospital of Cienfuegos, and at the national reference centers for the diagnosis and treatment of these diseases in the provinces in order to characterize mortality from infantile cancer. Data were analyzed according to the rates per 100 000 inhabitants under 15 in the province and to the variables. The mean annual mortality rate was 5.06 x 105 inhabitants. The group aged 1-4 was the most affected (7.43 x 105 inhabitants, as well as the females (5.21 x 105 inhabitants and the coloured patients had the highest lethality (64 %.

  8. VIOLENCIA FAMILIAR Y MALTRATO INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Inés Bringiotti

    2005-01-01

    Full Text Available Este trabajo analiza las implicaciones del concepto "familia" señalando la multiplicidad de fenómenos y situaciones incluidos en el mismo. Su elucidación permitirá determinar los diversos tipos de familia y de riesgo que podemos encontrar en nuestro trabajo cotidiano. La evolución de ese concepto está directamente influida por las determinantes socioestructurales y culturales que en cada momento histórico contextualizan a los sujetos, así como las posibles situaciones de riesgo que deben enfrentar y los recursos con los que cuentan. Se analiza la influencia de las representaciones acerca de cómo debe ser una familia, en la actualidad las familias presentan diferentes formas o estructuras y ello no implica el cumplimiento o no de sus funciones. Esto permitirá establecer adecuadamente las diferentes estrategias de prevención y abordaje aplicables a cada situación. Se ejemplificará concretamente con situaciones problemáticas relacionados a los casos de violencia familiar y maltrato infantil, concretamente con la negligencia y el abuso sexual infantil.

  9. O MASOQUISMO ERÓGENO COMO POSIÇÃO SUBJETIVA ORIGINAL E SUAS IMPLICAÇÕES NA VIDA SEXUAL INFANTIL // EL MASOQUISMO ERÓGENO COMO POSICIÓN SUBJETIVA ORIGINAL Y SUS IMPLICACIONES EN LA VIDA SEXUAL INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Piza

    2013-06-01

    Full Text Available Na contramão de uma lógica maniqueísta, queatualmente faz do tema do abuso sexual mais uminstrumento da foraclusão do sujeito no discurso,visamos retomar a teoria psicanalítica domasoquismo, aquele que, segundo Freud, éuniversal, em função da ―aspiração masoquista navida pulsional dos seres humanos‖ (Freud,1924/2006: 165, derivada do fato de que ―todosujeito é assujeitado ao Outro, é assujeito”(Lacan, 1957-58/1999: 195. Verificamos aatividade implicada no masoquismo, e nessecontexto, o ―se fazer‖ objeto, que Lacan (1964associa à pulsão, distinguindo a posição neuróticada perversa na questão.// Frente a una lógica maniquea, que en la actualidad hace del tema del abuso sexual más un instrumento de la foraclusión del sujeto en el discurso, nuestro objetivo es retomar la teoría psicoanalítica del masoquismo que, según Freud, es universal debido a la ―aspiración masoquista en la vida pulsional de todos los seres humanos" (Freud, 1924, derivado del hecho de que ―todo sujeto es asujetado al Otro, es asujeto” (Lacan, 1957-58: 195. Hemos verificado la actividad implicada en el masoquismo, y en este contexto, el ―se hace‖ objeto, que Lacan (1964 asocia a la pulsión, distinguiendo las posiciones del neurótico y del perverso en el contexto.

  10. Internações por complicações obstétricas na gestação e desfechos maternos e perinatais, em uma coorte de gestantes no Sistema Único de Saúde no Município de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Laisa Alves Moura

    2018-02-01

    Full Text Available A morbidade materna, a mortalidade neonatal e a mortalidade fetal são importantes indicadores da saúde materna infantil. O estudo tem por objetivo descrever desfechos maternos e perinatais (baixo peso ao nascer, prematuridade, óbito fetal e neonatal, internações pós-parto e readmissão dos recém-nascidos de uma coorte de gestantes cujos partos foram financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS no Município de São Paulo, Brasil, no segundo semestre de 2012. Foi obtida uma coorte retrospectiva de 55.404 gestantes com vinculação (determinística e probabilística das informações do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS, Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC, Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM e Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES. Internações por complicações obstétricas da gestação ocorreram em 4,3% das gestantes. Diagnósticos mais frequentes foram: infecções, doenças hipertensivas e diabetes. As internações prévias ao parto foram mais frequentes nas gestantes a partir de 35 anos, de gestações múltiplas e com baixa escolaridade. As internações das gestantes no pós-parto foram 3 vezes maior e a mortalidade materna 9 vezes maior entre as gestantes com internação prévia por complicações obstétricas. Os desfechos perinatais (mortalidade fetal e neonatal, prematuridade e baixo peso ao nascer foram 2 vezes mais frequentes entre os conceptos de gestantes com internação prévia que aquelas sem internação. Comportamento semelhante foi encontrado com relação à internação dos recém-nascidos logo após o parto e na readmissão hospitalar. Desfechos maternos e perinatais negativos foram mais frequentes em gestantes com internação prévia ao parto.

  11. Desmoplastic infantile ganglioglioma : a case report

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Park, Won Kyu; Byun, Woo Mok; Kim, Dong Suk [Yeungnam Univ. School of Medicine, Kyongsan (Korea, Republic of)

    1999-05-01

    Desmoplastic infantile ganglioglioma is an uncommon variety of ganglioglioma that shows evidence of glial and ganglionic differentiation accompanied by an extreme desmoplastic reaction. A 16-month-old girl was admitted with a six-day history of left hemiparesis. MR imaging demonstrated a large multiseptated cystic mass, with a solid portion, in the white matter of the right frontotemporoparietal lobe. After contrast injections, the solid portion was clearly enhanced. The presence of desmoplastic infantile ganglioglioma was confirmed by surgical resection. We describe the characteristic radiologic and pathologic features of desmoplastic infantile ganglioglioma, and include a review of the literature.

  12. Birth Weight, Gestational Age, and Infantile Colic

    DEFF Research Database (Denmark)

    Milidou, Ioanna; Søndregaard, Charlotte; Jensen, Morten Søndergaard

    Background Infantile colic is a condition of unknown origin characterized by paroxysms of crying during the first months of life. A few studies have identified low birth weight (BW) as a risk factor among infants born at term, while the association between gestational age (GA) and infantile colic...... interviews of the mother during pregnancy and post partum. Adjusted odds ratios (OR) with 95% confidence intervals (in brackets) are presented. Infantile colic was defined as crying for more than three hours per day and for more than three days per week (modified Wessel’s criteria). Results A total of 4...... with GA gestational weeks 32-40. Finally, after adjusting for GA...

  13. Os investimentos públicos em saúde e a mortalidade dos idosos no sul do Brasil:uma análise regionalizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilia Patta Ramos

    2010-05-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo examinar o efeito dos investimentos públicos em saúde na mortalidade dos idosos no Rio Grande do Sul, controlando-se pelas características socioeconômicas dos municípios. A base de dados foi extraída do Censo Demográfico do IBGE de 2000 e do Datasus, o qual inclui informações sobre recursos regionais para a saúde em 7 meso-regiões do RS. Foi criada uma tipologia para classificar as regiões do RS com base na taxa de dependência idosa. Modelos de regressões lineares estimaram o efeito dos investimentos públicos na mortalidade dos idosos separadamente por grupos de taxa de dependência controlando-se pelo PIB per capita, o índice de Gini, renda per capita, média de anos de estudo e a taxa de urbanização (variáveis independentes. Apesar de ter a expectativa de vida mais alta do Brasil, os resultados desse estudo revelam significativa diferença na mortalidade dos idosos entre as 7 meso-regiões que compõem o Estado do Rio Grande do Sul. os resultados mostram que os investimentos públicos federais em saúde são maiores em regiões com baixa taxa de dependência idosa. Também observamos uma associação frágil entre os investimentos públicos em saúde e a mortalidade dos idosos.

  14. Migração interna e a distribuição da mortalidade por doença de Chagas, Brasil, 1981/1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Drumond João Augusto Guimarães

    2006-01-01

    Full Text Available No Brasil, observa-se mortalidade por doença de Chagas até em áreas reconhecidas como livres da transmissão vetorial. Considerando que as taxas de mortalidade referem-se a residentes, e que houve imenso movimento migratório interno no país, este estudo objetiva quantificar a participação dos migrantes brasileiros no obituário por doença de Chagas de 1981 a 1998. Por outro lado, se os trabalhos da Iniciativa do Cone Sul alcançaram o sucesso que se propaga, espera-se que tenha havido redução das taxas de mortalidade e aumento na idade em que ocorrem os óbitos por essa causa. Dos 68.936 óbitos em brasileiros com naturalidade conhecida, 32.369 (32% foram em nascidos em outras Unidades da Federação que não a de residência do falecido, cifra que variou de 0,3% no Rio Grande do Sul a 100% em Roraima e Amapá. A maioria (67% desses óbitos em migrantes ocorreu em naturais de Minas Gerais (51% e Bahia (16%. As taxas de mortalidade em residentes mostraram declínio sustentado no Sudeste, Sul e Centro-oeste, mas não no Nordeste e Norte, onde as idades medianas de morte foram as mais baixas.

  15. Mundos na ponta do lápis: desenhos de crianças pequenas ou de como estranhar o familiar quando o assunto é criação infantil

    OpenAIRE

    Gobbi, Marcia Aparecida

    2014-01-01

    Frequentemente naturalizados, os desenhos infantis constituem complexas relações que dependem de características sociais, históricas, culturais e econômicas de seus criadores. O estudo meticuloso sobre os desenhos criados na infância, e em especial, entre as crianças pequenas, quando compreendidos como artefatos culturais e documentos históricos, pode contribuir para se respeitar e conhecer lógicas de construção de culturas naquilo que caracteriza a infância. Tarefa que pode...

  16. Mortalidad, crisis económica y costo de vida: análisis de coyunturas sociodemográficas. Medellín-Colombia, 1917-1985

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos García

    1993-07-01

    Full Text Available Este artículo pretende demostrar que Medellín a pesar de ser un centro industrial de formación temprana, no ha logrado erradicar socialmente (mejores condiciones de vida y de salud para la población los beneficios del desarrollo económico. Por el contrario, el modelo de industrialización ha tenido como factor de acumulación una permanente política de “bajos salarios”, que obliga a la fuerza de trabajo a someterse a un régimen de reproducción social de grandes sacrificios en términos de las condiciones de salud y riesgo de muerte.Estimaciones de mortalidad general e infantil a partir de estadísticas vitales mostraron una relación inversa permanente, durante el período de estudio, con el índice de salarios reales. Es así como aún en situaciones de crecimiento económico se observo un decremento en los salarios reales y aumentos importantes en la mortalidad.

  17. BabyCare: apoio à decisão na atenção primária materno-infantil com computadores de mão BabyCare: decision support system for primary child care using personal digital assistant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Lúcia de Bartolo Costa

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi desenvolver um instrumento digital - aqui denominado Sistema BabyCare - para coleta, armazenamento e apoio à decisão dos profissionais de saúde e demais envolvidos na assistência primária infantil em comunidades carentes. Esse sistema baseia-se em tecnologias de dispositivos móveis para utilização local em unidades básicas de saúde em comunidades carentes, assistidos ou não pelo Programa/Estratégia Saúde da Família (PSF, organizações não governamentais, ambulatórios e hospitais. Utilizou-se Java como linguagem de programação. Foram realizadas avaliações sobre o uso do sistema na cidade de São Paulo, envolvendo 62 usuários com diferentes formações, incluindo voluntários da Pastoral da Criança e do PSF. Os questionários aplicados resultam em alto índice de aceitação geral (98,3%; treinamento in loco considerado adequado (91,9%; percepção na melhoria na rotina e na redução de tempo da consulta (100,0% e na redução no volume de documentos (96,7%. Conclusão: o protótipo apresentou-se robusto e eficiente para uso em comunidades carentes com infraestrutura precária de informática e telecomunicação.The purpose of this work was to develop a digital device - referred as BabyCare System - for the collection, storage, and decision support for healthcare professionals and other concerned people, in order to assist patients in primary child care in deprived communities. This system is based on handheld device technologies to be used locally in basic healthcare units in deprived communities, whether assisted or not by the Family Health Program/Strategy (PSF, as well as in ambulatory facilities and hospitals. Java was used as programming language. Evaluations have been conducted regarding 62 users at São Paulo city including volunteers from the Pastoral da Criança, an ecumenical institution for children. The applied questionnaires resulted in a high level of general acceptance (98

  18. MORTALIDAD INNECESARIAMENTE PREMATURA Y SANITARIAMENTE EVITABLE EN COSTA RICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Llorca Castro

    2010-01-01

    Full Text Available Fundamentos: Para desarrollar políticas y estrategias orientadas a mitigarlas es fundamental identificar las desigualdades. El objetivo del trabajo es analizar las variaciones de la Mortalidad Innecesariamente Prematura y Sanitariamente Evitable (MIPSE para cada uno de los 81 cantones de Costa Rica durante el período 2000-2005. Métodos: Se aplicó la clasificación MIPSE propuesta por miembros del Servicio de Información y Estudios de la Dirección General de Recursos Sanitarios de Catalunya. Mediante el empleo de el Indicador de Desarrollo Socioeconómico (IDSE establecido por economistas de la Universidad de Costa Rica, previa estandarización de la población, se ordenaron los cantones en grupos por quintiles (I el más rico, Vel más pobre. Resultados: Se encontraron como causas principales de mortalidad MIPSE la enfermedad isquémica del corazón (19,55% causas MIPSE, accidentes de tránsito con vehículos a motor (11,60%, enfermedades cerebrovasculares (6,95%, perinatal (6,92% y suicidios (5,14%. Conclusión: La mortalidad por HIVy el Sida, el cáncer de mamá en mujeres, cáncer de cuerpo de útero, cáncer de piel y por hepatitis secundaria al consumo de alcohol, afectan más a los cantones con mayores ingresos. La mortalidad por hiperplasia benigna de próstata, la materna asociada al embarazo, parto o puerperio y la hernia abdominal afectan más a los de menor nivel económico. Se identificaron dos grupos de MIPSE con desigualdad equidistribuida: leucemia y enfermedades cardiovasculares congénitas.

  19. Linear Nevus Sebaceum Syndrome and Infantile Spasms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J Gordon Millichap

    2008-03-01

    Full Text Available Two infants with linear nevus sebaceum syndrome and infantile spasms are reported from Safra Childrens Hospital, Sheba Medical Center, Tel Hashomer, Israel; and Hospital for Sick Children, Toronto, Canada.

  20. Ambientes para educação infantil: um quebra-cabeça? Contribuição metodológica na avaliação pós-ocupação de edificações e na elaboração de diretrizes para projetos arquitetônicos na área

    OpenAIRE

    Gleice Virginia Medeiros de Azambuja Elali

    2002-01-01

    Numa época na qual meio ambiente e qualidade de vida são temas em evidência, parte do controle sobre as práticas sócioambientais exige regulamentação e fiscalização das iniciativas (públicas e privadas) em áreas que abrangem da medicina à construção civil, passando por alimentação, hábitos individuais, energia, etc. Nesse contexto é necessária especial atenção com a infância, pois a criança representa o próprio futuro/continuidade da sociedade. Assim, sendo a escola um dos principais locais d...

  1. Stress related to care: the impact of childhood cancer on the lives of parents Estrés relacionado al cuidado: el impacto del cáncer infantil en la vida de los padres Estresse relacionado ao cuidado: o impacto do câncer infantil na vida dos pais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Fernanda dos Santos Alves

    2013-02-01

    ansiedad se evidenciaron por padres jóvenes, de niños pequeños y con menos tiempo de diagnóstico. El miedo a la muerte y del impacto de la enfermedad en la vida del niño se consideraron los eventos más estresantes para los padres. CONCLUSIONES: En la práctica clínica, el enfermero que consigue determinar la ocurrencia de estos síntomas se vuelve capaz de elaborar un plan de cuidados de enfermería, que incluye a la familia en las decisiones sobre el cuidado. Además, puede proporcionar subsidios para ayudar a los padres a manejar sus niveles de estrés y a enfrentar la enfermedad de sus hijos de forma positiva.OBJETIVOS: o objetivo foi avaliar o nível de estresse dos pais de crianças com câncer e identificar correlações entre os dados sociodemográficos e os níveis de ansiedade. MÉTODO: trata-se de estudo descritivo, transversal, realizado em duas instituições brasileiras, com 101 pais de crianças com câncer. Por meio de entrevista, os pais responderam a dois instrumentos: Pediatric Inventory for Parents - versão brasileira, que avalia níveis de estresse, e Inventário de Ansiedade Traço-Estado, para medida da ansiedade. As correlações entre os instrumentos e as variáveis sociodemográficas dos pais e das crianças foram avaliadas pelo coeficiente de correlação de Spearman. RESULTADOS: os maiores níveis de estresse e ansiedade foram evidenciados por pais jovens, de crianças pequenas e com menos tempo de diagnóstico. O medo da morte e do impacto da doença na vida da criança foram os eventos considerados mais estressantes para os pais. CONCLUSÕES: na prática clínica, o enfermeiro que consegue identificar a ocorrência desses sintomas torna-se capaz de planejar assistência de enfermagem que inclua a família nas decisões sobre o cuidado. Além disso, pode fornecer subsídios para auxiliar os pais a gerenciar seus níveis de estresse e enfrentar positivamente a doença dos seus filhos.

  2. Mortalidad perinatal en el Hospital Nacional Edgardo Rebagliati Martins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lizeth Diaz Ledesma

    2003-07-01

    Full Text Available Objetivo: Conocer la tasa de mortalidad perinatal en el Hospital Nacional Edgardo Rebagliati Martins y sus características. Materiales y Métodos: El estudio comprendió la revisión de todas las historias clínicas de gestantes portadoras de óbito fetal (mayor de 28 semanas de gestación o mayor de 1000gramos, de recién nacidos que fallecieron dentro de los primeros 7 días de vida y de sus madres durante el año 2000. Resultados: La tasa de mortalidad perinatal fue de 10.5 por mil nacidos vivos. La edad promedio materna fue de 31.6 años, + 5.9 y un rango entre 14 y 44 años. El 30.1% de partos correspondió a nulíparas, el 61.6% a multíparas y el 8.3% a gran multíparas. El promedio de visitas al control prenatal fue de 4.8 + 2.7. El 53.4% de las madres tuvo algún antecedente relacionado a mala historia obstétrica, siendo los más frecuentes historia de aborto previo (27.4%, cesárea anterior (13.7% y pre eclampsia (12.3%. Las causas asociadas a mortalidad perinatal fueron madres con pre eclampsia severa (38.4% y hemorragia en el tercer trimestre (15.1% y fetos con malformaciones congénitas severas (27.4%. La vía de parto fue abdominal en 68.5% y vaginal en 31.5%. Se tuvo 83.6% de gestaciones únicas y 16.4% de gestaciones múltiples. El peso de los productos fue 1985.2 + 945.8 gramos. El 61.6% de muertes perinatales correspondieron a prematuros. Conclusiones:La tasa de mortalidad neonatal en el HNERM durante el año 2000 fue de 10.5 por mil nacidos vivos y los factores relacionados a mortalidad perinatal fueron pre-eclampsia severa, malformaciones congénitas severas y hemorragias del tercer trimestre. ( Rev Med Hered 2003; 14: 117-121.

  3. "Stuck in the muck": an eco-idiom of distress from childhood respiratory diseases in an urban mangrove in Northeast Brazil "Atrapado en el fango": ecoidioma del sufrimiento con enfermedades respiratorias infantiles en un manglar urbano del Nordeste de Brasil "Atolado na lama": ecoidioma de sofrimento com doenças respiratórias infantis em um manguezal urbano do Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilyn Nations

    2013-02-01

    Full Text Available Situated in neo-democratic globalizing Northeast Brazil, this anthropological study probes the role of ecological context in framing, experiencing, and expressing human distress. Ethnographic interviews, narratives, and "contextualized semantic analysis" reveal the lived experience of childhood respiratory diseases among 22 urban mangrove dwellers. Informants speak an "eco-idiom of respiratory distress" based on a popular "eco-logic", reflecting the harsh reality of "living in dampness". "Higher-up" residents legitimize their feelings of superiority by stigmatizing "lowlanders" as taboo, diseased (with porcine cysticercosis, swine flu "filthy pigs, stuck in the muck" (atolados na lama. Animalizing inhabitants' identities demotes them to nonpersons. Besides infections, children suffer social stigma, ostracism, and barriers for accessing care. Promoting a "favorable environment" requires reducing ecological risk, challenging class-based prejudice, and restoring human dignity.Situado en el neo-democrático globalizado Nordeste brasileño, este estudio antropológico analiza el papel del contexto ecológico en el encuadramiento para experimentar y expresar la miseria humana. Entrevistas etnográficas, narrativas y un "análisis semántico contextualizado" revelan la experiencia vivida a causa de enfermedades respiratorias infantiles en 22 residentes de manglares urbanos. Los informantes hablan en un "eco-lenguaje de incomodidad respiratoria", basado en una "eco-lógica" popular, reflejando la dura realidad de "vivir en la humedad, en el manglar." Residentes de áreas elevadas legitiman sus sentimientos de superioridad, estigmatizando los residentes en la "Baixada" como un tabú, como enfermos (cisticercosis porcina, gripe porcina, etc., como "cerdos inmundos, atrapados en el fango". Animalizando las identidades de sus habitantes, despreciándolos a la categoría de no-personas. Además de infecciones, los niños sufren barreras sociales derivadas

  4. Direitos humanos e democracia na educação infantil: atuação do psicólogo escolar em uma associação pró-educação Human rights and democracy in children's education: the role of the school psychologist at a pro-education association

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Chamusca Chagas

    2012-04-01

    Full Text Available A educação em/para os Direitos Humanos demanda a discussão do papel da escola na formação para a cidadania. Essa formação deve considerar a necessidade do ideal de democracia estar em todos os níveis do contexto escolar, da proposta pedagógica à organização político-administrativa. Nesta pesquisa utilizamos o conhecimento adquirido por uma experiência de atuação em psicologia escolar em uma instituição de Educação Infantil de Brasília que é uma associação de pais, professores e funcionários. O objetivo foi discutir como o psicólogo escolar participava da implementação da noção de democracia no cotidiano da escola e auxiliava a construção da coerência entre o projeto político pedagógico e as práticas educacionais voltadas para a criança. A análise dessa experiência mostrou a importância da psicologia na construção de uma educação para a democracia que trabalhe junto aos educandos não apenas o conhecimento de seus direitos, mas a aprendizagem e o desenvolvimento de práticas cidadãs.The issue of Human Rights education demands a discussion about the role of the school in developing student citizenship. This process should consider the need for the ideal of democracy to be in every level of the school context; from the pedagogical proposal to its administrative and political organization. In this research we used the knowledge obtained through an experience with school psychology at a children's education institution in Brasília that is an association of parents, teachers and employees. The goal is to discuss how the school psychologist participated in implementing the notion of democracy into the school's routine, helped building coherence between the political and pedagogical project, in addition to the educational practices involving the children. The analysis showed how important psychology is in developing a democratic education that focuses not only on teaching the students their rights, but also

  5. Atuação de professores do ensino itinerante face à inclusão de crianças com baixa visão na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Júlia Canazza Dall'Acqua

    2007-04-01

    Full Text Available No momento em que se discute a inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais em escolas regulares, faz-se necessário desenvolver trabalhos de pesquisa que se dediquem a analisar as implicações da formação continuada de professores. Neste sentido, estabeleceu-se o objetivo de investigar aspectos relativos às necessidades de duas professoras itinerantes, participantes de um programa de formação. Tal programa, voltado para o acompanhamento de alunos com baixa visão, pretendeu oferecer a essas professoras, sem conhecimentos específicos em deficiência visual, elementos dessa formação, e analisar a natureza das implicações evidenciadas ao longo do processo, do qual foi possível depreender que o desenvolvimento das funções visuais constitui-se em valioso referencial teórico, bem como o fato de estar regularmente na escola, conversar com as professoras, discutir como proceder, avaliar retroativamente os exercícios e ajudar a planejar estratégias com base nas análises feitas foram as principais vantagens de atuar de forma colaborativa.

  6. Fatores de risco para mortalidade em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaac Newton Guimarães

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Idade maior a 80 anos não é, por si só, o único fator de risco para a mortalidade em revascularização miocárdica. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a mortalidade em pacientes octogenários submetidos a revascularização miocárdica. MÉTODOS: Estudamos 164 pacientes, com idade igual ou maior a 80 anos. As variáveis estudadas foram: sexo, idade (em anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE, reoperação, cirurgia de emergência, número de artérias revascularizadas, uso da artéria torácica interna esquerda (ATIE, uso de circulação extracorpórea (CEC, cirurgia associada, revascularização da artéria interventricular anterior (AIVA e uso de balão intra-aórtico (BIA. A análise estatística foi feita por meio de análises descritiva, univariada e multivariada por regressão logística. Foram considerados significância estatística os valores de p < 0,05, e a análise multivariada foi realizada com variáveis cujo valor era p < 0,20. RESULTADOS: A mortalidade foi de 11%. Na análise univariada, evidenciou-se que baixa FEVE (p = 0,008, cirurgia de emergência (p < 0,001 e uso de balão intra-aórtico (p = 0,049 relacionaram-se à maior chance de mortalidade. Ao ajustar pela regressão logística, revelou-se que a idade acima de 85 anos correlacionou-se com uma chance de mortalidade 6,31 vezes maior (p = 0,012 e que a cirurgia de emergência esteve relacionada a uma chance de mortalidade 55,39 vezes maior (p < 0,001. CONCLUSÃO: Em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica, idade superior a 85 anos e cirurgia de emergência são fatores preditivos importantes de maior mortalidade.

  7. Hipertrofia ventricular e mortalidade cardiovascular em pacientes de hemodiálise de baixo nível educacional Hipertrofia ventricular y mortalidad cardiovascular en pacientes de hemodiálisis de bajo nivel educativo Ventricular hypertrophy and cardiovascular mortality in hemodialysis patients with low educational level

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana dos Santos e Silva Martin

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertrofia ventricular esquerda é potente preditor de mortalidade em renais crônicos. Estudo prévio de nosso grupo mostrou que renais crônicos com menor escolaridade têm hipertrofia ventricular mais intensa. OBJETIVO: Ampliar estudo prévio e verificar se a hipertrofia ventricular esquerda pode justificar a associação entre escolaridade e mortalidade cardiovascular de pacientes em hemodiálise. MÉTODOS: Foram avaliados 113 pacientes entre janeiro de 2005 e março de 2008 e seguidos até outubro de 2010. Foram traçadas curvas de sobrevida comparando a mortalidade cardiovascular, e por todas as causas dos pacientes com escolaridade de até três anos (mediana da escolaridade e pacientes com escolaridade igual ou superior a quatro anos. Foram construídos modelos múltiplos de Cox ajustados para as variáveis de confusão. RESULTADOS: Observou-se associação entre nível de escolaridade e hipertrofia ventricular. A diferença estatística de mortalidade de origem cardiovascular e por todas as causas entre os diferentes níveis de escolaridade ocorreu aos cinco anos e meio de seguimento. No modelo de Cox, a hipertrofia ventricular e a proteína-C reativa associaram-se à mortalidade por todas as causas e de origem cardiovascular. A etiologia da insuficiência renal associou-se à mortalidade por todas as causas e a creatinina associou-se à mortalidade de origem cardiovascular. A associação entre escolaridade e mortalidade perdeu significância estatística no modelo ajustado. CONCLUSÃO: Os resultados do presente trabalho confirmam estudo prévio e demonstram, ademais, que a maior mortalidade cardiovascular observada nos pacientes com menor escolaridade pôde ser explicada por fatores de risco de ordem bioquímica e de morfologia cardíaca.FUNDAMENTO: La hipertrofia ventricular izquierda es potente predictor de mortalidad en renales crónicos. Estudio previo de nuestro grupo mostró que renales crónicos con menor

  8. Tendência temporal da mortalidade por doenças infecciosas intestinais em crianças menores de cinco anos de idade, no estado de São Paulo, 2000-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Soares Martins

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: analisar a tendência temporal da mortalidade por doenças infecciosas intestinais (DII em crianças menores de cinco anos de idade no estado de São Paulo e suas Redes Regionais de Atenção à Saúde (RRAS, no período 2000-2012. MÉTODOS: estudo de série temporal sobre os óbitos com causa básica, antecedente ou contribuinte de morte por DII, obtidos a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM. RESULTADOS: ocorreram 2.886 óbitos por DII no estado; a taxa de mortalidade por DII apresentou diminuição de 10,5% ao ano (intervalo de confiança de 95% 4,8; 15,8%; em 13 das 17 RRAS ocorreu diminuição significativa da taxa de mortalidade, com decréscimo anual variável entre 16,6 e 8,3% ao ano. CONCLUSÃO: a taxa de mortalidade por DII apresentou decréscimo significativo na maioria das RRAS, com diferentes velocidades, possível reflexo das desigualdades das condições socioeconômicas e de organização das redes de atenção à saúde.

  9. A utilização de um software infantil na terapia fonoaudiológica de Distúrbio do Processamento Auditivo Central The use of a children software in the treatment of Central Auditory Processing Disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Schwambach Martins

    2008-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a efetividade do uso de recursos de informática na terapia fonoaudiológica do Distúrbio do Processamento Auditivo Central para a adequação das habilidades auditivas alteradas. Participaram desta pesquisa dois indivíduos, com diagnóstico do Distúrbio do Processamento Auditivo Central, sendo um do sexo masculino e outro do sexo feminino, ambos com nove anos. Os pacientes foram submetidos a oito sessões de terapia fonoaudiológica com a utilização do software e, posteriormente, realizou-se uma re-avaliação do processamento auditivo central para verificar o desenvolvimento das habilidades auditivas e a efetividade do treinamento auditivo. Verificou-se que, após o treinamento auditivo informal, houve adequação das habilidades auditivas de resolução temporal, figura-fundo para sons não verbais e verbais, ordenação temporal para sons verbais e não-verbais para ambos os pacientes. Conclui-se que o computador como instrumento terapêutico é um recurso estimulador e que possibilita o desenvolvimento de habilidades auditivas alteradas em pacientes com Distúrbio do Processamento Auditivo Central.The aim of this study was to verify the effectiveness of the use of computer science resources in the treatment of Central Auditory Processing Disorder, in order to adequate the altered auditory abilities. Two individuals with diagnosis of Central Auditory Processing Disorder, a boy and a girl, both with nine years old, participated on this study. The subjects were submitted to eight sessions of speech therapy using the software and, after this period, a reassessment of the central auditory processing abilities was carried out, in order to verify the development of the auditory abilities and the effectiveness of the auditory training. It was verified that, after this informal auditory training, the auditory abilities of temporal resolution, figure-ground for both verbal and nonverbal sounds, and temporal

  10. Neonatal hypoglycemic brain injury is a cause of infantile spasms

    OpenAIRE

    YANG, GUANG; ZOU, LI-PING; WANG, JING; SHI, XIUYU; TIAN, SHUPING; YANG, XIAOFAN; JU, JUN; YAO, HONGXIANG; LIU, YUJIE

    2016-01-01

    Neonatal hypoglycemic brain injury is one of the causes of infantile spasms. In the present study, the clinical history and auxiliary examination results of 18 patients who developed infantile spasms several months after neonatal hypoglycemia were retrospectively analyzed. Among the 666 patients with infantile spasms admitted to two pediatric centers between January 2008 and October 2012, 18 patients developed infantile spasms after being diagnosed with neonatal hypoglycemia, defined as a who...

  11. Patrones Geográficos de la Mortalidad y de las Desigualdades Socioeconómicas en Mortalidad en España

    OpenAIRE

    Laura Reques; Estrella Miqueleiz; Carolina Giráldez García; Juana M. Santos; David Martínez; Enrique Regidor

    2015-01-01

    Las estimaciones sobre desigualdades socioeconómicas en mortalidad a partir de registros individuales de defunciones y población son escasas y proceden únicamente de la la ciudad de Barcelona, la Comunidad de Madrid y el País Vasco. El objetivo del presente estudio fue mostrar el patrón geográfico de mortalidad en diferentes grupos socioeconómicos, así como el de las desigualdades en mortalidad en el conjunto del territorio español. Métodos: Se realizó el seguimiento de todos los individuos ...

  12. Mortalidad atribuible al alcohol en Cataluña: 1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alsedá Graells Miquel

    1998-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: El objetivo de este estudio es evaluar la contribución del consumo de alcohol a la mortalidad en Cataluña durante 1994, así como su contribución a las muertes prematuras. MÉTODOS: En este estudio se han utilizado los datos de las causas de muerte en Cataluña durante 1994 del Servei d'Informació i Estudis de la Direcció General de Recursos Sanitaris del Departament de Sanitat i Seguretat Social de Catalunya. Las fracciones atribuibles al alcohol están basadas en las utilizadas en el estudio de la mortalidad relacionada con el alcohol en Estados Unidos en 1987. RESULTADOS: El 5,3% de las muertes en Cataluña durante 1994 estuvieron relacionadas con el consumo de alcohol. Esta mortalidad fue del 6,5% entre los hombres y del 3,9% entre las mujeres. La categoría diagnóstica que más contribuyó al número de muertes fue la de las neoplasias malignas (29,3%. El estudio de las muertes prematuras muestra que los accidentes no intencionales son la causa más importante (52,3%. En esta categoría diagnóstica los accidentes con vehículos a motor son los principales responsables de los años potenciales de vida perdidos (APVP. La media de APVP por cada muerte atribuible al alcohol hasta la edad de 65 fue de 7,5. CONCLUSIONES: Este estudio muestra la magnitud que tiene el alcohol como problema de salud pública en Cataluña.

  13. Street food and child labor: reality on the beaches of Salvador, Bahia, Brazil | Comida de rua e trabalho infantil: realidade na orla marítima de Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Permínio Oliveira Vidal Júnior

    2017-02-01

    Full Text Available The objective of this study was to describe the reality of children and teenagers working as street food vendors on the beaches of Salvador, and to uncover the social, economic, and sanitary aspects of their work. This cross-sectional study administered semi-structured questionnaires to 275 street food vendors under the age of 18 working on 18 city beaches. Participants’ ages ranged from 5 to 17 years old, with a mean age of 13 years. Most vendors were males (71.3%, and 94.9% attended school. The most popular foods sold were queijo coalho, acarajé, and hard-boiled quail eggs. Most vendors had poor personal hygiene, although they considered hygiene important and recognized that street foods can cause disease. Some vendors (44.7% cleaned the utensils daily. Few vendors (13.8% admitted they did not wash their hands, and the remainder claimed to wash their hands two to five times a day with water or seawater, but this practice was not observed in the field. The results of this study confirm the presence of child and adolescent labor in the street food informal labor sector and substantiates the risk of street foods to consumers’ health due to vendors’ ignorance of hygiene principles. ================================================ Caracterizar a realidade de trabalho de crianças e adolescentes inseridos no segmento de comida de rua, na orla marítima de Salvador, revelando o aspecto social, econômico e sanitário do trabalho desenvolvido pelos vendedores infanto-juvenis. Realizou-se estudo transversal, com aplicação de questionários semiestruturados, junto a 275 vendedores de comida de rua, menores de 18 anos, em 18 praias da cidade. Os participantes tinham entre 5 e 17 anos, média de 13 anos, eram predominantemente meninos (71,3% e 94,9% estudavam. Os alimentos mais vendidos compreenderam queijo coalho, acarajé e ovo de codorna cozido. A maioria dos vendedores não atendia a requisitos de higiene pessoal, embora considerassem a

  14. Factores de riesgo para mortalidad en gangrena de Fournier

    OpenAIRE

    Azolas M,Rodrigo

    2011-01-01

    Introducción: La Gangrena de Fournier fue descrita por Fournier en 1883, es una fasceitis necrotizan-te que afecta la región perianal y genital. El objetivo del presente trabajo es analizar los factores de riesgo de mortalidad en pacientes portadores de Gangrena de Fournier y su relación con el score pronóstico FGSI (Fournier Gangrene Severity Index Score). Material y Método: Estudio prospectivo entre enero de 2000 y diciembre de 2007 en el Hospital Barros Luco Trudeau, que incluyó 31 pacient...

  15. Trabajo infantil e inasistencia escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Sandoval Ávila

    2007-01-01

    Full Text Available Trabajo infantil e inasistencia escolar El capitalismo neoliberal ha generalizado la pobreza que obliga a muchas familias a recurrir al trabajo de los hijos para poder subsistir. Por el trabajo, los menores desertan de la escuela. Cuando adultos, por la pérdida en educación, sólo podrán acceder a las ocupaciones de menor calificación y peor pagadas. Por ello, tienen muchas probabilidades de ser los futuros padres de nuevos niños trabajadores reproduciendo intergeneracionalmente la pobreza. La educación es el primer paso para romper el círculo de la pobreza; hay relación entre los niveles de educación y las remuneraciones que las ersonas pueden alcanzar. El desarrollo descansa en el acelerado cambio tecnológico que no es más que el conocimiento científico aplicado a la producción. Crear conocimiento supone educación superior, y en la base de ésta está la educación básica, que es el cimiento de cualquier modelo de desarrollo que aspire a la equidad. No educar a los menores significa desperdiciar la formación de capital humano, ello traba el desarrollo nacional. Sin educación no habrá capital humano calificado como motor básico de la productividad y la competitividad.

  16. [Infantile autism and mirror neurons].

    Science.gov (United States)

    Cornelio-Nieto, J O

    2009-02-27

    Infantile autism is a disorder that is characterised by alterations affecting reciprocal social interactions, abnormal verbal and non-verbal communication, poor imaginative activity and a restricted repertoire of activities and interests. The causes of autism remain unknown, but there are a number of different approaches that attempt to explain the neurobiological causes of the syndrome. A recent theory that has been considered is that of a dysfunction in the mirror neuron system (MNS). The MNS is a neuronal complex, originally described in monkeys and also found in humans, that is related with our movements and which offers specific responses to the movements and intended movements of other subjects. This system is believed to underlie processes of imitation and our capacity to learn by imitation. It is also thought to play a role in language acquisition, in expressing the emotions, in understanding what is happening to others and in empathy. Because these functions are altered in children with autism, it has been suggested that there is some dysfunction present in the MNS of those with autism. Dysfunction of the MNS could account for the symptoms that are observed in children with autism.

  17. História da saúde mental infantil: a criança brasileira da Colônia à República Velha History of childhood mental health: brazilian child from Colony to Old Republic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Rennes Marçal Ribeiro

    2006-04-01

    Full Text Available Este texto descreve a trajetória da Saúde Mental e dos cuidados à infância no Brasil da Colônia à República Velha. No período colonial não havia cuidados especiais à criança. O que temos para compreender a criança colonial são relatos descritos em documentos, tratados e cartas da época, e em descrições de viajantes que aqui aportaram para conhecer o Novo Mundo. Depois do século XVIII a urbanização das cidades requer a intervenção médica nas questões de higiene e saúde, e gradativamente muda a concepção de criança, primeiro na Europa, depois no Brasil, chegando o século XIX com médicos preocupados com a questão da mortalidade infantil e com os cuidados que se deveria ter com a criança, negligenciada até então. É no século XIX que se inicia a institucionalização dos saberes médicos e psicológicos aplicados à infância e é quando podemos obter mais registros sobre que cuidados eram reservados à criança.This paper proposes a reflection on Child Mental Health in Brazil and describes the process of constitution and development of medical, psychological and psychiatric care to children from Colony to Old Republic. In the colonial period there are reports and documents written by voyagers. In the 18th century a new concept of childhood was developed and in the 19th century the main concern about infancy was mortality and family care.

  18. Os níveis de saúde na região da Grande São Paulo Health levels in the area of the "Greater São Paulo" (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Yunes

    1970-12-01

    infantil tardia. A mesma tendência se verificou para o Município e o Estado de São Paulo, denotando, portanto, uma piora nas condições de saúde. Tal fato é incompatível com as características da área, uma vez que é a região mais urbanizada e desenvolvida sócio-econômicamente, não só do Estado, como do país e talvez da América Latina. Entre as principais causas de óbitos na Mortalidade Infantil, destacam-se em ordem decrescente as causas Pré-natais, Natais e Neonatais, Doenças do Aparelho Digestivo, Doenças do Aparelho Respiratório e Doenças Infecciosas e Parasitárias. As principais moléstias transmissíveis na mortalidade infantil foram em ordem decrescente: Sarampo, Coqueluche, Tétano, Tuberculose, Disenteria, Infecções meningocócicas, Varíola e Encefalite. Entre os principais fatôres predisponentes, assinalou-se: precária assistência materno-infantil, carência de leitos gratuitos em maternidade, alta proporção de nascimentos domiciliares, falta de pessoal especializado para atendimento infantil, inadequadas condições de saneamento (40% da população sem rêde pública de água e 65% sem rêde de esgôto, deficit de leitos hospitalares infantis para a população de menor poder aquisitivo e, sobretudo, baixo nível sócio-econômico de uma boa parcela da população em estudo.Health levels were studied through a historical series in the Metropolitan Area of S. Paulo (Brazil, composed of 37 cities with a population of 8 millions inhabitants. Analysis made by region and cities seemed limited, since the vital statistical data are recorded through the local occurrence and not through the local origin. For this, superestimation of rates can happen exactly in the areas where the health resources are more available like the city of S. Paulo, which works as a polorizing center of medical care. The fall of crude death rate in the last eight years was low, changing from 8.53 to 7.67 deaths per thousand inhabitants. Nelson de Moraes' Curve

  19. Medición del potencial trabajo infantil: una propuesta metodológica demográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliud Silva

    2011-01-01

    Full Text Available Se hace una propuesta metodológica desde la perspectiva demográfica-actuarial, útil y relativamente sencilla para la estimación indirecta de contingentes en condición del denominado trabajo infantil. Asimismo, se particulariza la propuesta, en caso de no contar con toda la información sugerida como idónea, y se aplica para el contexto mexicano en el 2007. Para ese propósito se utilizan estadísticas vitales de nacimientos, tablas de mortalidad, tablas de decrementos múltiples, estadísticas de la población escolar y a través del Diagrama de Lexis se ilustra la propuesta. Se contrastan los resultados con aquellos obtenidos en Encuestas Nacionales mexicanas y se verifica que el método propuesto proporciona resultados satisfactorios.

  20. Áreas de alta mortalidad perinatal debida a anomalías congénitas: análisis de estadísticas vitales, Colombia, 1999-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Patricia Misnaza

    2016-09-01

    Full Text Available Introducción. Durante 2012, las anomalías congénitas fueron la causa de 13 % de las muertes en menores de 28 días a nivel mundial y, en Colombia constituyeron la segunda causa de mortalidad infantil. Objetivo. Determinar la distribución geográfica de la mortalidad perinatal por anomalías congénitas en Colombia entre 1999 y 2008. Materiales y métodos. Se hizo un estudio descriptivo revisando los certificados de defunción de Colombia. La muerte perinatal se definió como muerte fetal y no fetal en niños con un peso de 500 g o más y 28 o menos días de edad, y las anomalías congénitas, como causa básica de la muerte (Clasificación Internacional de Enfermedades - CIE10: Q000 a Q999. La proyección nacional de nacimientos se tomó como el denominador de las tasas específicas. Se calcularon los percentiles para analizar las áreas de alta mortalidad (percentil de 90 o más. Resultados. Se encontraron 22.361 muertes perinatales por anomalías congénitas. Antioquia, Caldas, Risaralda, Huila, Quindío, Bogotá, Valle del Cauca y Guainía superaron, en promedio, el percentil 90 durante los diez años de estudio. Los municipios con mayores tasas de mortalidad fueron: Giraldo, Ciudad Bolívar, Riosucio, Liborina, Supía, Alejandría, Sopetrán, San Jerónimo, Santa Fe de Antioquia y Marmato, en donde oscilaron entre 205,81 y 74,18 por 10.000 nacimientos. Las tasas de mortalidad perinatal por 10.000 nacidos vivos fueron de 28,1 para el grupo de malformaciones del sistema circulatorio; de 13,7 para anomalías del sistema nervioso central, y de 7,0 para anomalías cromosómicas. Conclusión. La alta mortalidad perinatal por anomalías congénitas en la región andina requiere acciones urgentes de investigación sobre los posibles riesgos y medidas de prevención.

  1. Brainstem evoked potentials in infantile spasms

    International Nuclear Information System (INIS)

    Miyazaki, Masahito; Hashimoto, Toshiaki; Murakawa, Kazuyoshi; Tayama, Masanobu; Kuroda, Yasuhiro

    1992-01-01

    In ten patients with infantile spasms, brainstem evoked potentials and MRI examinations were performed to evaluate the brainstem involvement. The result of short latency somatosensory evoked potentials (SSEP) following the right median nerve stimulation revealed abnormal findings including the absence or low amplitudes of the waves below wave P3 and delayed central conduction time in 7 of the ten patients. The result of auditory brainstem responses (ABR) revealed abnormal findings including low amplitudes of wave V, prolonged interpeak latency of waves I-V and absence of the waves below wave IV in 5 of the ten patients. The result of the MRI examinations revealed various degrees of the brainstem atrophy in 6 of the ten patients, all of whom showed abnormal brainstem evoked potentials. The result of this study demonstrates that patients with infantile spasms are frequently associated with brainstem dysfunction and raises the possibility that brainstem atrophy might be a cause of infantile spasms. (author)

  2. Análise da mortalidade e das internações por doenças cardiovasculares em Niterói, entre 1998 e 2007 Análisis de la mortalidad y de las hospitalizaciones por enfermedades cardiovasculares en Niterói, entre 1998 y 2007 Analysis of mortality and hospitalization for cardiovascular diseases in Niterói, between 1998 and 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Garcia Rosa

    2011-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A redução da mortalidade por doenças cardiovasculares é observada no Brasil há anos, atribuída à queda nos fatores de risco, melhora na terapêutica e diminuição da mortalidade hospitalar. OBJETIVO: Comparar a mortalidade populacional, o coeficiente de internação e a mortalidade hospitalar em unidades do Sistema Único de Saúde, para doença isquêmica do coração (DIC, doenças cerebrovasculares (DCBV e insuficiência cardíaca (IC, no município de Niterói, entre 1998 e 2007. MÉTODOS: Foram utilizados o número de óbitos e o de internações e mortalidade hospitalar de residentes em Niterói para o capítulo IX do CID10 e causas específicas disponíveis no Datasus, na população de 30 anos e mais. A diferença entre a magnitude dos indicadores foi calculada para homens e mulheres considerando a média do primeiro triênio menos a média do segundo triênio. RESULTADOS: Houve queda dos coeficientes de mortalidade populacional em homens e mulheres, para todas as faixas etárias, nos três grupos de causas e para o capítulo IX. A tendência à queda dos coeficientes diminuiu com a idade. Para DIC houve queda na mortalidade hospitalar. Para DCBV e IC, aumento. Os coeficientes de internação hospitalar por DIC diminuíram, com exceção de algumas faixas. CONCLUSÃO: O presente estudo permitiu esclarecer alguns aspectos da morbimortalidade cardiovascular em Niterói. A redução da mortalidade populacional e hospitalar por DIC indica haver melhor qualidade na abordagem dessa condição. O aumento da mortalidade hospitalar por DCBV e IC aponta para a necessidade de se dar maior atenção à qualidade do cuidado hospitalar para esses grupos de doenças.FUNDAMENTO: La reducción de la mortalidad por enfermedades cardiovasculares se viene observando en Brasil desde hace años, se la asigna a un descenso en los factores de riesgo, a una mejora en el tratamiento y a una mortalidad hospitalaria reducida. OBJETIVO: Para

  3. Características da gravidez na adolescência em São Luís, Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simões Vanda Maria Ferreira

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as principais características socioeconômicas, demográficas, antropométricas e comportamentais, bem como os resultados perinatais da gravidez na adolescência. Conhecer os tipos de serviços de saúde utilizados pelas gestantes adolescentes. MÉTODOS: A amostra de 2.429 partos de mulheres residentes em São Luís, MA, abrangeu 94% dos nascimentos hospitalares. As mulheres foram separadas em seis grupos de idade para melhor avaliação do comportamento das variáveis entre os dois grupos de adolescentes (abaixo de 18 anos; 18 a 19 anos e entre as adolescentes e as demais mulheres. O teste do qui-quadrado foi utilizado para a comparação de proporções e a razão de prevalências foi empregada como medida de efeito. RESULTADOS: Das 2.429 mulheres, 714 eram adolescentes (29,4%. Seu coeficiente específico de fecundidade, 72,2 por mil, foi mais elevado que em outras regiões do País. As adolescentes apresentaram piores condições socioeconômicas e reprodutivas que as demais mulheres, maior proporção de pré-natal inadequado (39,2% e muitas não tinham companheiro (34,5%. Por outro lado, tiveram menor proporção de parto cesáreo (23,0% e de fumantes (3.5%. CONCLUSÕES: Apesar da situação socioeconômica igualmente desfavorável, as adolescentes de 18 a 19 anos apresentaram resultados perinatais semelhantes às mulheres de 25 a 29 anos. Já as menores de 18 anos tiveram maiores proporções de filhos com baixo peso ao nascer, prematuros e com maior risco de mortalidade infantil. Isto sugere que a imaturidade biológica possa estar associada a maiores taxas de prematuridade, baixo peso ao nascer e mortalidade infantil.

  4. A participação da fisioterapia respiratória intensiva no tempo de ventilação, no tempo de permanência e mortalidade de pacientes internados na unidade de terapia intensiva de um hospital privado

    OpenAIRE

    Teixeira, Vanessa de Amorim

    2006-01-01

    Introdução: O fisioterapeuta, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), é responsável por desenvolver um tratamento eficiente que possibilite a menor dependência do paciente do ventilador mecânico, bem como melhorar a qualidade de vida durante a sua hospitalização. Além disso, a terapia eficiente aprimora a capacidade funcional do paciente e restaura a sua independência física e respiratória, diminuindo o risco de complicações ligadas à imobilidade no leito. Apesar disso, o papel do fisioterapeu...

  5. PORNOGRAFÍA INFANTIL EN INTERNET

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Negredo

    2016-09-01

    Full Text Available La descarga, intercambio y producción de pornografía infantil es una conducta delictiva de importancia creciente. La explotación cruel de menores y su vínculo con otros problemas como el abuso sexual despiertan preocupación social y académica. El presente trabajo aborda la naturaleza del fenómeno, las características de los materiales que se etiquetan como pornografía infantil, los rasgos psicológicos de los usuarios y los programas de tratamiento existentes.

  6. A obesidade infantil: um olhar sobre o contexto familiar, escolar e da mídia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Luttjohann Duré

    2015-10-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: O crescente aumento da obesidade em nível mundial aloca este problema como uma epidemia global, enfatizando a mesma como um problema de saúde públ