WorldWideScience

Sample records for imputabilidade na filosofia

  1. A aposta na filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Suzuki

    2011-12-01

    Full Text Available Para Hume, filosofar é uma atividade semelhante às demais ocupações humanas. A decisão que leva à atividade filosófica é menos resultado de uma argumentação teórica do que fruto de um cálculo prático, que é entendido como uma caça ou um jogo. O objetivo deste trabalho será o de mostrar que no jogo filosófico perde quem joga sério demais. A aposta na filosofia tem que passar pelo bom humor e pela diversão: uma resposta a Pascal?For Hume, philosophy is in itself neither more nor less important than other human activities. On the contrary, it can be explained from its resemblance with game and hunting. If one chooses to dedicate himself to philosophy, his decision is not the consequence of logical reasoning, but depends on practical evaluation, which has something to do with gambling. The following text tries to show that in philosophy, like in other games, the loser will be the one who plays too earnestly. The philosophical game requires good humour and some relaxation: Is this a good answer to Pascal's pari?

  2. Ceticismo e naturalismo na filosofia teórica de Hume

    OpenAIRE

    Nunes, Adaltro Prochnov

    2016-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2016. Essa dissertação trata de dois pontos centrais da filosofia de Hume:naturalismo e ceticismo. A pesquisa concentrou-se na análise dequestões relativas ao entendimento, apresentadas no Livro I do Tratadoda Natureza Humana e na Investigação Acerca do EntendimentoHumano. Mostramos aqui que a filosofia de Hume é coerente com seupró...

  3. Noções de vida na filosofia de juventude e maturidade de Nietzsche

    OpenAIRE

    Melo , Eder David de Freitas

    2013-01-01

    Nesta pesquisa, o objeto de estudo é o conceito de vida na filosofia de Friedrich Nietzsche. Temos como hipótese interpretativa que a obra nietzscheana pode ser concebida como uma filosofia sobre a vida, sendo que um sutil e valioso eixo nevrálgico disso se mostra em questionamentos sobre o sentido do sofrimento e da finitude. Na primeira parte da pesquisa, delimitamos o estudo na interpretação nietzscheana da tragédia grega em seus escritos de juventude. Isso, com vistas à compreensão da sab...

  4. A filosofia na formação do educador... Para quê?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone dos Santos

    2003-01-01

    Full Text Available O texto aborda a importância da Filosofia na formação de professores a partir de um referencial teórico crítico. Discute o conceito de Filosofia da Educação enquanto um campo do saber que leva à reflexão radical, rigorosa e de conjunto sobre o campo da Educação em consonância com o pensamento de Saviani (1973 e articula tais idéias com a teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia da Educação como campo de fundamental importância na formação de professores articulados com a possibilidade de emancipação pela educação. El artículo aborda la importancia de la filosofia en la formación de los profesores a partir de un referencial teórico crítico,. Discute el concepto de Filosofia de la Educación como un saber que conduce a la reflexión radical, rigurosa e de conjunto sobre el campo de la educación en consonancia com Saviani(1973 e articula tales ideas com la teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia de la Educación como campo de fundamental importancia en la formación de profesores articulados com la posibilidad de la emancipación por la educación.

  5. A filosofia na formação do enfermeiro: algumas considerações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa Collet

    1995-06-01

    Full Text Available O estudo objetiva promover uma reflexão sobre a importância da Filosofia para a formação do enfermeiro. Com este propósito, buscamos na literatura, questões que nos embasem sobre o tema, enfocando a importância dessa compreensão para a pesquisa científica em enfermagem.

  6. O problema da liberdade na filosofia de Arthur Schopenhauer

    OpenAIRE

    Katia Cilene da Silva Santos

    2010-01-01

    Nesta dissertação, buscamos lançar luz sobre a contradição, declarada por Schopenhauer como sendo aparente, entre a necessidade que rege a conduta humana por meio dos motivos e do caráter, e a liberdade no fenômeno, implicada na possibilidade de negação da Vontade por indivíduos singulares. Percorremos algumas obras de Schopenhauer, investigando as condições que desvendam essa contradição aparente. Assim, examinamos, por um lado, a recusa ao livre-arbítrio, e por outro, o modo como Schopenhau...

  7. O conceito de gênio na filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erinaldo Sales

    2006-07-01

    Full Text Available Este ensaio trata da questão do gênio em alguns dos maiores filósofos alemães: Kant e Nietzsche, a a passagem de um para o outro, intermediada por Hegel e Schopenhauer. O enfoque será nas obras Crítica do juízo, Humano, demasiado humano, Aurora e os fragmentos de Nietzsche, além de O mundo como vontade e representação, de Schopenhauer e o Curso de Estética, de Hegel. Os Fragmentos do Ateneu, de F. Schlegel e outros, também serão utilizados na discursão da questão do gênio.

  8. O estatuto da economia política na filosofia prática de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norbert Waszek

    2017-02-01

    Full Text Available O presente texto apresenta o panorama da formação em Hegel do conceito de economia política dentro da evolução de seu pensamento. Para tanto são analisadas as suas obras publicadas em vida em relação com aquelas publicadas após a sua morte. Espera-se portanto, apresentar um panorama seguro do lugar e da importância da economia política na filosofia de Hegel.

  9. SOBRE A CRÍTICA DA LINGUAGEM NA FILOSOFIA DE BENEDICTUS DE SPINOZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Wagner Benevides Gomes

    2017-08-01

    Full Text Available Benedictus de Spinoza (1632-1677, filósofo holandês, utilizou o método dedutivo ordine geometrico, em sua Ética, que reflete o modelo geométrico dos Elementos de Euclides (utilizando definições, axiomas, proposições, etc.. Spinoza fundamentou sua filosofia numa ontologia (com as noções de Substância, de Atributo e de Modo. Sobre a questão da linguagem, mesmo que não esteja sistematizada na filosofia spinozana, há problemas linguísticos, por exemplo, acerca dos nomes, das palavras e da imaginação em obras como a Ética e o Tratado da Correção do Intelecto. Estes problemas estão também relacionados à teoria do conhecimento, nas noções de gêneros de Conhecimento (Imaginativo, Racional e Intuitivo e nos conceitos de Ideia adequada e de Ideia inadequada. Este artigo tem o objetivo de expor o problema da crítica da linguagem na filosofia de Spinoza. Para tanto, a partir de uma leitura minuciosa, utilizaremos como principais referenciais a Ética, o Tratado da Correção do Intelecto entre outros escritos do pensador. Com isso, concluiremos que Spinoza mostrou o conflito entre a Imaginação e o Pensamento (racional e intuitivo sendo a linguagem (imaginativa um conhecimento falso e confuso para um pensar seguro.

  10. INFLUÊNCIAS DA FILOSOFIA KANTIANA NA GÊNESE DA GEOGRAFIA FÍSICA

    OpenAIRE

    Antônio Carlos Vitte

    2008-01-01

    O artigo discute o papel da filosofia kantiana na gênese da geografia física moderna. A influência de Kant diz respeito ao fato de que o mesmo lecionou por 40 anos geografia física na universidade e, advindo de sérios questionamentos sobre o papel da natureza na Crítica da Razão Pura, Kant ao desenvolver a Crítica do Juízo, refez o seu conceito de natureza, rompendo com o mecanicismo newtoniano. Nesse momento, a noção de teleologia da natureza e de estética serão fundamentais ao filósofo, don...

  11. Filosofia brasileira?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Imaculada Kangussu

    2012-09-01

    Full Text Available Como o tema proposto para nosso encontro deste ano foi “Brasil”, proponho discutirmos a possibilidade (e também seu contrário de pensarmos uma filosofia brasileira. Assim como existe um modo bastante próprio de abordar as questões filosóficas em alguns países, o que nos leva a conceber – através das diferenças evidentes – a existência de uma filosofia francesa, de uma filosofia alemã, inglesa, italiana, e, depois da globalização, de uma filosofia japonesa, árabe, e de outras nações cujas culturas são distintas da judaico-cristã; parece-me pertinente a questão: as singularidades de nosso pais podem produzir um pensamento original ao ponto de configurar um pensamento filosófico brasileiro? E ainda, encontramo-nos capazes, com nossa formação filosófica, de sermos intérpretes do Brasil?

  12. Comparando anotações linguísticas na Gramateca: filosofia, ferramentas e exemplos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Santos

    2015-12-01

    Full Text Available Neste artigo apresentamos a filosofia geral da Gramateca – um ambiente para fazera gramática da língua portuguesa baseada em corpos – e alguns estudos no seu âmbito, nomeadamente o estudo (1 dos conetores condicionais, (2 das palavras referentes ao corpo humano, e (3 das emoções na língua. A ênfase é na metodologia, e apresentamos detalhadamente o sistema Rêve para rever e partilhar anotações linguísticas. Ao descrever os vários estudos, indicamos também as metamorfoses e melhorias por que essa ferramenta passou, assim como o tipo de perguntas e de resultados que já conseguimos obter em áreas muito diversas.

  13. A Moralidade como defesa do individual frente ao coletivo na Filosofia do Direito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Miguel Maciel

    2017-02-01

    Full Text Available Entre as diversas interpretações da filosofia política de Hegel, uma daquelas que ganhou força ao longo dos anos é a sobrevalorização do coletivo frente ao individual. Não vamos tratar de cada uma dessas leituras isoladamente, mas defenderemos que se trata de um problema político genuíno. Nosso trabalho busca mapear a questão de acordo com o capítulo da Moralidade, na obra Filosofia do Direito. Vamos defender que a categoria de indivíduo é salvaguarda para o ambiente institucional. Como hipótese inicial, sustentamos que a moralidade (do ponto de vista individual e eticidade (no sentido coletivo podem ser compreendidas como elementos que se completam e não se sobrepõem no sentido qualitativo. Para isso, percorreremos a ideia de agente moral como um ser livre de determinações no momento em que delibera e projeta no mundo sua moralidade, o que tem implicações importantes no campo da preservação da ideia de responsabilidade moral.

  14. O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regiane Rodrigues Araújo

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos sobre a formação docente nos cursos de licenciatura tem sido objeto de estudo no campo da educação. A defesa do professor intelectual, crítico e reflexivo nem sempre tem considerado a contribuição da Filosofia na elaboração dos seus princípios. O objetivo desta pesquisa é analisar a compreensão dos alunos acerca do Estágio no decorrer do curso de licenciatura.Optou-se, metodologicamente, pela abordagem qualitativa, a revisão bibliográfica, a pesquisa de campo e a análise de conteúdo. A pesquisa de campo consultou dez estudantes de Licenciatura em Filosofia da turma de Prática de Ensino da Universidade Estadual do Ceará.O embasamento teórico para as análises dos dados ancorou-se nos estudos de Gallo (2008, Ghedin (2009, Severino (1994, Lima (2012, Pimenta e Lima (2004, dentre outros. Os resultados da pesquisa revelaram que o Estágio é um dos momentos mais significativos do curso universitário, pois possibilita ao aluno a vivência, na prática,dos ensinamentos teóricos e o contato com a realidade da profissão docente. Cada graduando tem um conceito e um significado para tal vivência, que influenciará, como passo inicial no exercício do magistério e na construção de sua identidade professoral.

  15. O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regiane Rodrigues Araújo

    2017-06-01

    Full Text Available Os estudos sobre a formação docente nos cursos de licenciatura tem sido objeto de estudo no campo da educação. A defesa do professor intelectual, crítico e reflexivo nem sempre tem considerado a contribuição da Filosofia na elaboração dos seus princípios. O objetivo desta pesquisa é analisar a compreensão dos alunos acerca do Estágio no decorrer do curso de licenciatura.Optou-se, metodologicamente, pela abordagem qualitativa, a revisão bibliográfica, a pesquisa de campo e a análise de conteúdo. A pesquisa de campo consultou dez estudantes de Licenciatura em Filosofia da turma de Prática de Ensino da Universidade Estadual do Ceará.O embasamento teórico para as análises dos dados ancorou-se nos estudos de Gallo (2008, Ghedin (2009, Severino (1994, Lima (2012, Pimenta e Lima (2004, dentre outros. Os resultados da pesquisa revelaram que o Estágio é um dos momentos mais significativos do curso universitário, pois possibilita ao aluno a vivência, na prática,dos ensinamentos teóricos e o contato com a realidade da profissão docente. Cada graduando tem um conceito e um significado para tal vivência, que influenciará, como passo inicial no exercício do magistério e na construção de sua identidade professoral.

  16. A estética do corpo na filosofia e na arte da Idade Média: texto e imagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Luiz Silveira da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available A ideia de beleza - e sua consequente fruição estética - variou conforme as transformações das sociedades humanas, no tempo. Durante a Idade Média, coexistiram diversas concepções de qual era o papel do corpo na hierarquia dos valores estéticos, tanto na Filosofia quanto na Arte. Nossa proposta é apresentar a estética do corpo medieval que alguns filósofos desenvolveram em seus tratados (particularmente Isidoro de Sevilha, Hildegarda de Bingen, João de Salisbury, Bernardo de Claraval e Tomás de Aquino, além de algumas representações corporais nas imagens medievais (iluminuras e esculturas, e assim analisar o tema em três vertentes: a o corpo como cárcere da alma, b o corpo como instrumento, e c o corpo como desregramento.

  17. INFLUÊNCIAS DA FILOSOFIA KANTIANA NA GÊNESE DA GEOGRAFIA FÍSICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Vitte

    2008-01-01

    Full Text Available O artigo discute o papel da filosofia kantiana na gênese da geografia física moderna. A influência de Kant diz respeito ao fato de que o mesmo lecionou por 40 anos geografia física na universidade e, advindo de sérios questionamentos sobre o papel da natureza na Crítica da Razão Pura, Kant ao desenvolver a Crítica do Juízo, refez o seu conceito de natureza, rompendo com o mecanicismo newtoniano. Nesse momento, a noção de teleologia da natureza e de estética serão fundamentais ao filósofo, donde derivará a sua noção de espaço, natureza e morfologia, articuladas pelo conceito de conformidade-a-fins, que evoluirá para o princípio da conexão em Humboldt, fundamental para o surgimento de paisagem geográfica.

  18. O Agir Moral e a Tragédia Moderna na Filosofia de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinara Maria Leite Nahra

    2010-10-01

    Full Text Available o presente artigo denominado "O Agir Moral e a Tragedia Moderaana Filosofia de Kant", est3 baseado em 4 capitulos da disse~ de mestrado "Teoria da ;w;ao moral em Kant", da mesma autora, e que sera defendida este aDO no corso de p6s-gradu~o em filosofia da Universidade Federaldo Rio Grande do SulIUFRGS.

  19. Crossing Borders. A Filosofia da Identidade e a Transculturalidade na Arte Contemporânea Africana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marita Rainsborough

    Full Text Available RESUMO: No centro da filosofia de Kwame A. Appiah encontra-se a questão da identidade. Partindo do conceito da liberdade de Mill, ele considera a criação de uma identidade pessoal, no sentido de individualidade particular, uma tarefa permanente - como projeto individual. Nesse contexto, os planos de vida não devem ser concebidos como genericamente rigorosos, mas sim incoerentes e muitas vezes mutantes. Com isso, a identidade não se deve entender como algo fixo e cerrado, porém, como uma espécie de mosaico de vários elementos que se encontram em reprogramação contínua - como formação híbrida. A construção da identidade encerra a narração de histórias de vida, tanto individual como coletiva. Os respectivos elementos podem recorrer a diferentes experiências transculturais, consoante a história coletiva e a história de vida do indivíduo. Assim, a transculturalidade é importante, não só para identidades coletivas, como também sempre em nível de identidade pessoal. O filósofo africano Achille Mbembe alude ao nomadismo do ser humano e à imersão e dispersão culturais associadas que se deixam ler como processos da transculturalidade. Na arte africana contemporânea, esses processos da formação da identidade refletem-se no transcultural. Como exemplos, devem ser apresentados os artistas Edson Chagas, Kehinde Wiley, Yinka Shonibare e Romuald Hazoumè, com obras selecionadas.

  20. THE SHAPES OF RESENTMENT IN NIETZSCHE'S PHILOSOPHY AS FORMAS DO RESSENTIMENTO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Edmilson Paschoal

    2009-12-01

    Full Text Available Nietzsche doesn't open the use of the word resentment in German philosophy. However, what he does is expand the meaning of the term, leading him to cover the idea of a physiological weakness of a psychic indigestion and also a social sense. In this article we see some of the characteristics of this use of Nietzsche's term and scope of resignification that he imposes to the concept of resentment.

    Nietzsche não inaugura o uso da palavra “ressentimento” na filosofia alemã. O que ele faz é ampliar o significado do termo, levando-o a abranger a idéia de uma fraqueza fisiológica, de uma indigestão psíquica e também de um problema social. Neste artigo aponto alguns dos traços marcantes dessa utilização do termo por Nietzsche e o alcance da ressignificação que ele impõe ao conceito de ressentimento.

  1. O direito natural na idade moderna e a filosofia do contrato social na obra de Rousseau

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Gabriel Laprovitera Rocha

    2012-06-01

    Full Text Available O estudo parte de uma análise do jusnaturalismo na Idade Moderna e de seu esforço no sentido de oferecer uma fundamentação racional (e não mais transcendental para a existência dos direitos naturais do homem. Em seguida, passa-se a uma reavaliação dos pilares da teoria contratualista que ressurgiu vigorosamente nas teses iluministas daquele período, notadamente no pensamento de Rousseau. Nesse sentido, revisitam-se os inovadores conceitos de soberania popular e vontade geral, para, ato contínuo, confrontá-los com a crítica impiedosa e sugerir o verdadeiro objetivo intentado pelo filósofo genebrês em seu texto. Ao final, conclui-se pela influência salutar da obra rousseauniana no florescer da Revolução Francesa, de 1789, e pela persistência e atualidade dos seus princípios que, se bem contextualizados, podem auxiliar no processo de aprimoramento do modelo de democracia representativa presente nas nações mais influentes do mundo contemporâneo.

  2. Relações internacionais na filosofia política moderna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agemir Bavaresco

    2017-02-01

    Full Text Available O presente dossiê apresenta algumas investigações no âmbito das teorias das relações internacionais, a partir da inspiração dos clássicos da filosofia política moderna. Textos mais representativos de Grotius, Bodin, Maquiavel, Hobbes, Bentham, Locke e Kant, vitais para a compreensão da formulação contemporânea das teorias das relações internacionais, foram lidos e analisados pelos professores Agemir Bavaresco e Marcelo Gross Villanova com estudantes pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS, durante o 2º semestre de 2011.

  3. Direitos humanos e guerra na filosofia do direito internacional de Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Manuel Avelino de Pina Delgado

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentaruma visão crítica da Filosofia do Direito Internacionalde Habermas. Também partindo, talcomo ele, de uma base kantiana, analisar-se-áalguns aspectos basilares da teoria habermasiana:o seu debate com o jurista alemãoCarl Schmitt (1; a sua formulação do DireitoCosmopolita (2 e a fraca fundamentação queele dá aos Direitos Humanos (3. Então mostrar-se-á que a sua Filosofia do Direito Internacional,apesar de estruturar fortemente asinstituições globais do futuro, é algo inapropriadapara resolver problemas internacionaiscontemporâneos como o das intervençõeshumanitárias.Abstract: The objective of this article is topresent a critical view of Habermas’Philosophy of International Law. Starting, justas him, from a Kantian basis, a few basicaspects of Habermas’ theory will be analyzed,such as his debate with German jurist CarlSchmitt (1, his formulation of CosmopolitanLaw (2 and the weak importance he gives toHuman Right (3. From then on it will beshown that his Philosophy of InternationalLaw, despite its role in the structuring of futureglobal institutions, is somewhat inappropriateto resolve contemporary international issues,such as those related to humanitarianintervention.

  4. O desespero e a angústica na filosofia de Kierkegaard

    OpenAIRE

    Oliveira, Ranis Fonseca de

    2009-01-01

    A presente dissertação propõe-se a investigar, com esteio em pesquisa teórica e bibliográfica, o desespero e a angústia, tendo como base a filosofia de Kierkegaard (1.813-1.855). O desespero é analisado por ele em La Maladie a La Mort, sob o pseudônimo de Anti-Climacus, e angústia em Le Concept d Angoisse, sob o pseudônimo de Vigilius Haufniensis. Tanto o desespero, quanto a angústia são problemas existenciais reais, que, cedo ou tarde, o indivíduo, por ser possuidor de espírito, experimentar...

  5. Destino e liberdade: Um ensaio sobre a teleologia latente na filosofia da arte de Arthur Danto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Pazetto

    2015-07-01

    Full Text Available Em seus escritos analíticos, Arthur Danto critica as “filosofias substantivas da história”, que adotam uma atitude profética ao descrever acontecimentos passados ou presentes de acordo com um sentido histórico que pressupõe acontecimentos futuros. Contudo, em A transfiguração do lugar comum, o autor afirma claramente que busca uma definição de arte que não possa ser refutada por contraexemplos futuros. Nesse contexto, a Brillo Box de Andy Warhol aparece como a expressão da autoconsciência da arte que marca o final de sua história. No entanto, afirmar que a história da arte acabou pressupõe uma concepção substantiva da história, dirigida para um telos final que dá significado a seus estágios anteriores. Em outras palavras, contrariamente a suas pretensões analíticas anteriores, a filosofia da arte dantiana não consegue evitar previsões do futuro baseadas em uma noção teleológica da história. Em sua narrativa, tudo se passa como se a essência da arte exigisse certa história, e não como se a história construísse, em função de um imenso jogo de interesses e contingências, o conceito de arte.

  6. SENSIBILIDADE ESTÉTICA E SENTIMENTO RELIGIOSO NA FILOSOFIA DE MAX HORKHEIMER'S (pelos trinta anos de morte de Horkheimer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Cordeiro Silva

    2007-12-01

    Full Text Available Pretende-se investigar a estética e a religião na filosofia de Max Horkheimer, enquanto instâncias de crítica à ordem estabelecida e à imagem de uma sociedade possível ainda não realizada. Mesmo não tendo desenvolvido um pensamento estético de grande envergadura, como foram os casos de Adorno e Marcuse, suas esparsas considerações sobre a relação entre arte e sociedade coincidiram, durante longo período, com as de seus dois colegas do Instituto de Pesquisa Social. Ou seja, a arte autêntica é conhecimento e crítica à sociedade estabelecida. Por sua vez, a religião, embora seja um sentimento verdadeiro, é posta em um nível inferior e concebida como refúgio para os miseráveis, dentro da tradição marxista na qual o filósofo se inserira inicialmente. Ao final da vida, porém, Horkheimer pareceu mais inclinado a considerar que, no mundo administrado, apenas o sentimento religioso cumpria a condição de imagem de um mundo inteiramente outro. As razões para essa mudança de perspectiva podem ser buscadas na sua avaliação tardia sobre a relação entre arte e sociedade.

  7. Formação de professores e pesquisadores de matemática na faculdade nacional de filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Circe Mary Silva da

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é contribuir para o conhecimento da história da formação de professores e pesquisadores de Matemática na Faculdade Nacional de Filosofia - FNFi. Descreve-se o processo de negociação para a escolha de professores estrangeiros para atuar no curso de Matemática, bem como a proposta curricular; identificam-se os primeiros alunos e discute-se a formação pedagógica do futuro professor. Mostram-se as dificuldades enfrentadas durante a Segunda Guerra Mundial, pelos matemáticos estrangeiros, bem como analisa-se a contribuição de alguns desses matemáticos para o desenvolvimento da pesquisa no país. Identificam-se os primeiros brasileiros, José Abdelhay e Leopoldo Nachbin, que tiveram um papel relevante no ensino e pesquisa matemática, nos anos iniciais do surgimento do cursos de bacharelado e licenciatura em Matemática na FNFi. O período analisado vai da criação da FNFi (1939 e estende-se até meados de 1950, quando começam os embates pela disputa de espaço acadêmico na área de Matemática.

  8. O vínculo entre a música e a vontade na filosofia de Arthur Schopenhauer /

    OpenAIRE

    Vieira, Franciele Krindges

    2006-01-01

    Orientador: Paulo Vieira Neto Dissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduaçao em Filosofia. Defesa: Curitiba, 2006 Inclui bibliografia Área de concentraçao: História da filosofia moderna e contemporânea

  9. Acerca da Consciência Eterna: lições sobre religiosidade na filosofia do direito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiro Corrêa Junior

    2017-05-01

    Full Text Available Trata-se de examinar trechos do manuscrito de Lições sobre a Filosofia da Religião e das Linhas Fundamentais da Filosofia do Direito - A Sociedade Civil-Burguesa -, de Georg Wilhelm Friedrich Hegel, aproximando as ideias de Deus e do Sistema de Eticidade. O artigo também avalia posições de influentes comentadores de Hegel, como Bobbio, Losurdo, Marcuse, Lebrun, Lima Vaz e Müller.

  10. TEMPO E MOVIMENTO NA FILOSOFIA CATÓLICA DA HISTÓRIA (1860 – 1960

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan A. Manoel

    2012-09-01

    Full Text Available O presente artigo foi apresentado na Mesa Redonda “Cristianismo, Judaísmo e Islamismo: fontes e aportes teóricos”, integrando o III Encontro do GT Nacional de História das Religiões e Religiosidades – ANPUH, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC de 20 a 22 de Outubro de 2010

  11. Estudo de um fluxo interno de materiais baseado na filosofia Lean Manufacturing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro Luiz Neuenfeldt Júnior

    2015-09-01

    Full Text Available Nos últimos anos, é notória a evolução das empresas brasileiras no que tange a busca por otimizar os seus resultados industriais. Estudos do Lean Institute Brasil (2012 indicam que as indústrias do Brasil são, em média, as que necessitam o maior número de horas extras para o cumprimento das operações de manufatura, fato diretamente vinculado à elevada quantidade de estoques entre processos, desperdícios na movimentação e armazenagem de materiais. Logo, o artigo objetiva desenvolver uma metodologia que viabilize o estudo da maneira na qual funciona a cadeia de suprimentos interna de empresas fabricantes de ônibus do Brasil, em específico para os seus componentes comprados, com base no método denominado Making Materials Flow, para a correção das situações elencadas, havendo, ao final, uma redução em 40% do total de itens em falta para a linha de montagem e colaborando para o aumento de 37% na produção por dia.

  12. A ruptura dos direitos humanos na filosofia política de Hannah Arendt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fausto Brito

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é a análise das críticas de Hannah Arendt à concepção dos direitos humanos, introduzida pelo pensamento dos filósofos contratualistas e efetivada, politicamente, pelas revoluções americanas e francesas no final do século XVIII. Contudo, este objetivo não seria plenamente alcançado sem a avaliação da proposta de Arendt para a superação de suas próprias críticas: a reconstrução dos direitos humanos através do reconhecimento que cada indivíduo tem direito a ter direitos, independente das fronteiras do Estado-nação. Arendt vai buscar na moral universalista e cosmopolita kantiana o conceito de humanidade e dá a ele as dimensões ontológicas e políticas necessárias para se construir um espaço público internacional, onde o direito a ter direito seja decorrente do mero pertencimento à humanidade, não se dissolvendo nos limites de cada Estado-nação.The purpose of this article is the analysis of the criticisms of Hannah Arendt's conception of human rights, introduced by the thought of the contractual philosophers and made effective, politically, by American and French revolutions in the late eighteenth century. However, this aim would not be fully achieved without the review of Arendt's proposal to overcome her own criticisms: the reconstruction of human rights by recognizing that every individual has the right to have rights, regardless of borders of the Nation-State. Arendt tries to discover in the universal and cosmopolitan moral of Kant the concept of humanity and gives him the ontological and political dimensions needed to build an international public space where the right to have rights is due to the mere belonging to the humanity, not dissolving itself in the limits of each Nation-State.

  13. Conceitos de filosofia na escola e no mundo e a formação do filósofo segundo I. Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos César Seneda

    2009-06-01

    Full Text Available Este texto pretende discutir, do ponto de vista kantiano, o que pode ser ensinado e o que pode ser aprendido em Filosofia. Seu objetivo é construir os argumentos hipotéticos de Kant em face do método estruturalista de leitura de textos filosóficos. Para circunscrever este tema, aparentemente muito amplo, tomaremos como fio condutor um célebre texto de aula de I. Kant, publicado por G. B. Jäsche sob o título Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant ministrou este curso por mais de quarenta anos, até o término de suas atividades docentes em 1797, e nele apresenta considerações bastante fecundas e atuais sobre o ensino da História da Filosofia e sobre a formação do filósofo. A partir da distinção entre conhecimento histórico e conhecimento racional, e da distinção entre o conceito de filosofia na escola e o conceito de filosofia no mundo (AK 9:24, procuraremos apresentar as contribuições kantianas que podem ainda ser consideradas pertinentes para se discutir o modo de ensinar Filosofia e a formação do filósofo.This text intends to discuss, from the Kantian point of view, what may be taught and what may be learned in Philosophy. Its objective is to construct Kant's hypothetical arguments in face of the structuralist method of reading philosophical texts. To circumscribe this theme, which is apparently quite broad, we take as guide line a well-known classroom text from I. Kant, published by G.B. Jäsche under the title Manual of General Logic Courses (Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant taught for more than forty years, until the end of his teaching activities in 1797, and on it he presents considerations which are quite fertile and current regarding the teaching of the History of Philosophy and the formation of the philosopher. Based on the distinction between historical knowledge and rational knowledge, and the distinction between the concept of philosophy in the school and the concept of philosophy in the world (AK 9

  14. A teoria da causalidade imaginária na filosofia de Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Arbex Valadares

    2009-06-01

    Full Text Available O presente trabalho aborda a concepção de causalidade apresentada pelo filósofo escocês David Hume no Tratado da natureza humana (TNH e propõe, como argumento central, que a ideia de relação causal deriva de uma impressão reflexiva e toma a forma de uma crença imaginária cujo objeto é uma conjunção constante. Começando por analisar os conceitos de impressões e ideias, sobre os quais Hume elabora sua teoria da percepção, o texto explora, em seguida, os fundamentos do processo de associação de ideias, do qual a noção de causalidade é um modo; um breve estudo dos efeitos políticos decorrentes de uma concepção de causalidade assentada na crença e nos hábitos de percepção põe termo a este artigo.This work analyses the theory of causality presented by the Scottish philosopher David Hume in his Treatise on Human Nature. It proposes, as a central argument, that the idea of causal relation comes from a reflexive impression and assumes the form of an imaginary belief, whose object is a constant conjunction. Starting by analyzing the concepts of impressions and ideas, over which Hume elaborates his theory of perception, this text explores the basis of the process of association of ideas, and identifies the notion of causality as a mode of it. A brief study of the political effects of such a conception of causality, based on belief and perception habits, gives a conclusion to this article.

  15. AS INFLUÊNCIAS DA FILOSOFIA NATURAL E DA NATURPHILOSOPHIE NA CONSTITUIÇÃO DO DARWINISMO: ELEMENTOS PARA UMA FILOSOFIA DA GEOGRAFIA FÍSICA MODERNA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Vitte

    2009-06-01

    Full Text Available Esse trabalho argumenta que a teoria da evolução de Charles Darwin sofreu forte influência da naturphilosophie de Schelling e Hegel, representando um avanço positivo nas concepções de teleologia da natureza. Fortemente influenciado pelas obras de Alexander von Humboldt, de Werner e pelas pesquisas no campo da paleontologia, a Teoria da Evolução, concebeu a transformação dos organismos e a sua especiação a partir determinantes geográficos e temporais. Ideologicamente influenciado por Lyell, que acreditava na hipótese da vera causa, Darwin relegou a matriz espacial e concentrou suas argumentações nas mudanças temporais, basicamente climáticas, como determinante da evolução. Os impactos da teoria da evolução atingem tanto o campo da geografia física, quanto da geografia humana, influenciando fortemente na postura metodológica das pesquisas geográficas, mas chamando a atenção para a complexidade das relações entre o espaço e tempo que estão em constante mudança.

  16. The countercurrent: the Clastresian thought in Political Philosophy A contracorrente: o pensamento de Clastres na Filosofia Política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tédney Moreira da Silva

    2010-12-01

    Full Text Available This paper studies the work of Pierre Clastres (1934-1977, a French philosopher and anthropologist whose ethnological studies focus on Political Anthropology seeking the investigation of power within the so-called primitive societies, by making a change in the determination of the study subject matter of this science. It intends to show the construction of his general political anthropology aimed to demystify Indigenous societies as societies without State, and to view them as societies against the State, opposed to the state organization which characterizes the European political community and most societies influenced (or determined by their cosmovision. This paper is split into two stages: the first is dedicated to societies against the State, which the philosopher-anthropologist discussed about, seeking to trail the road that would lead him to expose the need of a Copernicus revolution in the studies on the origin of power. The second stage deals with the return of ethnographic and ethnologic studies to Political Philosophy, examining our characteristic of being unnamable, those who have forgone freedom in order to abide by a model of oppression, those who overcame undesired animality, but denatured themselves into vassals of other men, their equals.Este artigo estuda a obra de Pierre Clastres (1934-1977, filósofo e antropólogo francês cujos estudos etnológicos centraram-se em Antropologia Política, com vistas à investigação do poder nas ditas sociedades primitivas, e  operaram uma alteração na determinação do objeto de estudo dessa ciência. O trabalho destina-se à exposição da construção de sua antropologia política geral, voltada que está a desmitificar as sociedades indígenas como sociedades sem Estado, para encará-las como sociedades contra o Estado, opostas à organização estatal que caracteriza a comunidade política europeia e grande parte das sociedades influenciadas (ou determinadas por sua cosmovisão. O

  17. "O QUE NOSSO TEMPO MAIS PRECISA": KIERKEGAARD E O PROBLEMA DAS CATEGORIAS NA FILOSOFIA DO SÉCULO XIX

    OpenAIRE

    Silva, Gabriel Ferreira da

    2017-01-01

    Resumo: Nos últimos anos, a literatura acerca da filosofia do século XIX tem apresentado uma reavaliação, tanto no que diz respeito a seus problemas e movimentos, quanto ao papel de determinados filósofos no interior daquele panorama. Com o objetivo de evidenciar a contribuição empreendida pelo filósofo dinamarquês Søren Kierkegaard (1813-1855) ao contexto geral da virada anti-Hegel em meados daquele século, este artigo analisa os problemas referentes às categorias como loci da tese idealista...

  18. O campo da ambivalência. Poder, sujeito, linguagem e o legado de Michel Foucault na filosofia de Judith Butler

    OpenAIRE

    Luisa Helena Torrano

    2010-01-01

    Judith Butler é mais conhecida como autora de Gender Trouble, no qual problematiza a maneira pela qual se pensava o gênero até então. A partir daí, ela publica diversas obras nas quais aprofunda e desenvolve sua filosofia, calcada em larga medida em considerações inicialmente propostas por Michel Foucault, partindo de sua noção de um poder produtivo dos sujeitos. Butler investiga os termos que desenham o campo de possibilidade dos sujeitos, desnudando como nossas noções de realidade são infor...

  19. Totalitarismo, tecnocracia e sociedade de massas: uma reflexão sobre a distopia na sociedade contemporânea e a contribuição da filosofia da tecnologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília de Sousa Neves

    2017-03-01

    Full Text Available Este artigo visa explorar a articulação intrínseca entre tecnocracia, totalitarismo e sociedade de massa enquanto fenômenos interdependentes, cuja convergência introduz a distopia em seu paroxismo e atualidade. Utilizaremos como fio condutor de nossa reflexão o livro Admirável mundo novo escrito por Aldous Huxley, bem como o background propiciado pela atual filosofia da tecnologia. Visto que vivemos em uma sociedade de massas governada por um estado com traços claramente totalitários e cujo poder político se sustenta na tecnologia, a revisão da relação entre tecnocracia, totalitarismo e massificação se torna um item importante na agenda da filosofia contemporânea.

  20. A Filosofia e a Ideia Comunista em Alain Badiou

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Robaina

    2017-02-01

    Full Text Available O texto apresenta uma discussão sobre o significado da filosofia na obra de Alain Badiou. Se apoia também nas elaborações de Louis Althusser, um dos mestres de Badiou, para refletir acerca da persistência da filosofia através do tempo. O argumento central é de que a filosofia pode ser conservadora ou revolucionária e que sua marca é a de um ato singular, uma escolha, uma decisão, tendo como base uma argumentação racional. Em seguida se apresenta qual o conceito que liga a filosofia com a política na obra de Alain Badiou, mostrando que este conceito, como a filosofia, persistiu através do tempo.

  1. Filosofia della fisica

    CERN Document Server

    1997-01-01

    Un libro che mancava : attraverso i contributi dei maggiori specialisti italiani, la definizione rigorosa di una disciplina, la filosofia della fisica, che si pone nel punto d'incontro tra la cultura scientifica e quella umanistica.

  2. O “progresso na consciência da liberdade”: Um aspecto ético da filosofia da história de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Konrad Christoph Utz

    2015-08-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2015v14n1p82 A Filosofia da História de Hegel tem caraterísticas que, hoje em dia, parecem pouco aceitáveis. Ela propõe um fim final (Endzweck da história e uma necessidade em seu desenvolvimento que é dialética racional. Embora essas concepções nem são tão absurdas como podem aparecer para o olhar contemporâneo, o artigo não pretende defender esses dois princípios, mas argumenta que há, atrás deles, um terceiro que vale bem a pena guardar – e que também pode ser sistematicamente resgatado sem apoiar-se nos outros dois. Este é o que podemos chamar o princípio da assimetria ética na história. Mas também podemos usar a fórmula do próprio Hegel que é o “progresso na consciência da liberdade”. Para desenvolver essa ideia, o artigo mostra que a marca fundamental de toda normatividade é o saber de se prático que, na moralidade e eticidade, torna-se reflexivo e auto-determinante. A liberdade no sentido de Hegel é a realização não apenas formal-abstrata deste saber de se – tal como ela é concebida por Kant –, mas sua efetivação concreta em espaço e tempo, na história. Mas como a liberdade, nessa concretização, permanece sempre ligada àquela auto-compreensão normativa que constitui nossa auto-consciência prática, os progressos na concretização histórica da liberdade são normativamente irreversíveis. Justamente nisso há um elemento de objetividade e incondicionalidade. No final seguem algumas indicações como este princípio da assimetria ética na história pode servir como base de uma nova teoria ética que é, ao mesmo tempo, normativa num sentido forte e sensitiva à historicidade, a circunstancialidade e a finitude da existência humana.

  3. Da origem da filosofia à filosofia da origem ou porque a filosofia deve retornar a si mesma

    OpenAIRE

    Manso, Artur

    2016-01-01

    Excurso onde se tenta, na era da tecnologia e do digital, defender a urgência de aliar a filosofia à vida, num regresso às origens pelo retorno à verdadeira tradição socrático-platónica que exalta o humanismo em oposição ao instrumentalismo técnico e analítico que ganhou predominância na contemporaneidade. info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  4. O Ensino de Filosofia como “questão clássica” na tradição do pensamento filosófico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ceppas

    2015-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644415911Neste artigo, procuro mostrar que ensinar e aprender filosofia são questões centrais e recorrentes para a tradição filosófica Ocidental. Procuro argumentar em favor desta tese em duas direções. Num primeiro momento, ela é analisada em termos da relação entre o pensar, o juízo e o ensino-aprendizado da filosofia. Num segundo momento, procuro defender esta tese a partir da importância da relação mestre-discípulo para a história da filosofia.

  5. A tecnologia empresarial Odebrecht como filosofia de projeto organizacional – um estudo de caso na Braskem S.A.

    OpenAIRE

    Ternus Lamb, Israel; Pacheco Lacerda, Daniel; Dresch, Aline

    2016-01-01

    r e s u m o Este estudo analisa a aplicac¸ão da tecnologia empresarial Odebrecht (TEO) na Braskem S.A, de acordo com os critérios do modelo estrela de Jay Galbraith, apresentando como os conceitos e princípios da TEO se relacionam aos critérios do projeto organizacional de uma empresa do grupo Odebrecht. A escassez de estudos que abordam a TEO enquanto modelo para a arquitetura organizacional é o problema central que motivou esta pesquisa, que se justifica pelas dificuldade...

  6. Necessidade e possibilidade da prova da existência de Deus na filosofia de Tomás de Aquino

    OpenAIRE

    Roberta Crivorncica

    2009-01-01

    A questão da existência de Deus acompanha o desenvolvimento intelectual de Tomás de Aquino e tem papel central em sua Suma de Teologia, na qual o filósofo desenvolve sua resposta através das conhecidas cinco vias para a prova da existência de Deus. O objetivo desta dissertação é percorrer o caminho traçado por Tomás de Aquino para chegar às cinco vias, mostrando a necessidade e a possibilidade da prova da existência de Deus como sujeito da Doutrina Sagrada. The question of the e...

  7. Filosofia e literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilvan Fogel

    2016-02-01

    Full Text Available O texto procura marcar a identidade e a diferença entre a palavra da filosofia e a palavra da literatura. Ambas poéticas, isto é, crescendo e se fazendo desde uma real/autêntica experiência da linguagem respectivamente do real. Portanto, ambas em sintonia com a gênese que o real é.

  8. A história e filosofia da ciência na licenciatura em educação do campo-ciências da natureza : a teoria dos campos conceituais como metodologia para a promoção da aprendizagem

    OpenAIRE

    Cavalcanti Tauceda, Karen

    2017-01-01

    O trabalho apresenta uma proposta de ensino fundamentada na Teoria dos Campos Conceituais de Vergnaud, para a aprendizagem do conceito “epistemologia”, através de situações-problema relacionadas à História e Filosofia da Ciência e à Didática das Ciências. A atividade ocorreu em 2016 com estudantes da Licenciatura em Educação do Campo: Ciências da Natureza, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Campus Litoral Norte, na disciplina “História e Filosofia da Ciência”. Os resultados da apren...

  9. Movimento estudantil no Rio de Janeiro nos Anos 60 : educação, política e cultura na Faculdade Nacional de Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Cunha Fernandes

    2011-01-01

    Full Text Available The article discusses the student movement in the city of Rio de Janeiro in the 60s and its performance in the Faculdade Nacional de Filosofia (National Faculty of Philosophy, of the former University of Brazil (now Federal University of Rio de Janeiro. Built in 1939 as a model of the university project of the Estado Novo in Brazil, the Faculdade Nacional de Filosofia was responsible for the formation of numerous scientists and progressive teachers and a significant focus of student protest in the period studied. In a time period from the late ‘50s until the year 1968, the text presents the activities of students within the institution and its political and cultural activities in the local context, and intends to expose two theses: how the performance of the students marked the profile of the institution and how the performance of the students was marked by the appreciation of culture as a privileged terrain of action.

  10. A ÉTICA DAS VIRTUDES NA FILOSOFIA MORAL DE ARTHUR SCHOPENHAUER: a compaixão, a justiça e a caridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luís de Barros Guimarães

    2016-03-01

    Full Text Available O propósito central deste trabalho consiste em apresentar a concepção de virtude existente na filosofia moral de Arthur Schopenhauer a partir das considerações morais presentes no livro IV de O mundo como vontade e representação bem como em Sobre o fundamento da moral. Sabe-se que a discussão filosófica acerca da ética das virtudes encontra-se em todas as tradições filosóficas. Nesse sentido, pretendemos evidenciar de que modo podemos agir de maneira virtuosa no mundo do ethos e, além disso, identificar quais são as virtudes cardeais tendo, como ponto de partida, as considerações filosóficas schopenhauerianas referentes ao único e genuíno fundamento da moral, a compaixão. Palavras-chave: Schopenhauer; Virtudes; Compaixão; Justiça; Caridade.   ETHICS OF THE VIRTUES IN PHILOSOPHY OF MORAL SCHOPENHAUER ARTHUR: compassion, justice and charity   ABSTRACT The central purpose of this paper is to present the design of existing virtue in moral philosophy of Arthur Schopenhauer from moral considerations present in Book IV of The World as Will and Representation as well as On the basis of morality. It is known that the philosophical discussion of virtue ethics is in all philosophical traditions. We intend to show how we can act virtuously in the world of ethos and also identify what are the cardinal virtues taking as its starting point the schopenhauerianas philosophical considerations for the unique and genuine foundation of morality, compassion. Keywords: Schopenhauer; Virtues; Compassion; Justice; Charity.   ÉTICA DE LAS VIRTUDES DE LA FILOSOFÍA DEL MORAL SCHOPENHAUER ARTHUR: compasión, la justicia y la caridad   RESUMEN El propósito central de este trabajo es presentar el diseño de la virtud que existe en la filosofía moral de Arthur Schopenhauer desde las consideraciones morales presentes en el libro IV de El mundo como voluntad y representación, así como Sobre la fundación de la moralidad. Se sabe que la discusi

  11. Ecletismo e retórica na filosofia brasileira: de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846) ao frei Francisco do Monte Alverne (1784-1858)

    OpenAIRE

    Duran, Maria Renata da Cruz

    2015-01-01

    Resumo Este artigo trata da filosofia eclética de Victor Cousin conforme seus repetidores brasileiros do início do século XIX: Silvestre Pinheiro Pereira e frei Francisco do Monte Alverne. O objetivo principal é estudar as relações entre o ecletismo e a retórica em prol da justificação dos limites, da dispersão e da superficialidade do debate filosófico local. Revisando as obras de Antônio Paim, Laerte Ramos de Carvalho e Maria Beatriz Nizza da Silva, destacou-se, especialmente, alguns pressu...

  12. Metáfora: a funcionalidade do tropo na articulação da retórica e da filosofia na mundividência renascentista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana C. Martins

    2009-12-01

    Full Text Available Desde os fundamentos aristotélicos que o processo de metapherein, assente na similitudo e transferência semântica, concilia, de forma promissora, a argumentação retórica e a problematização filosófica, forma e conteúdo, res et uerba. Os humanistas quinhentistas, fiéis a esta indissociabilidade e na esteira do ideal de imitativo e aemulatio do legado da Antiguidade Clássica, rentabilizaram as virtualidades e potencialidades da metáfora, convertendo o tropo num instrumento de pedagogia, de génese e criação literárias. A historiografia renascentista é pejada, por isso, de tratados e colectâneas, repositórios enciclopédicos de sentenças morais, que estão a serviço da formação integral e que espelham um escrupuloso e afincado trabalho filológico. O homem renascentista é, assim, instigado a reflectir sobre a sua natura, diante da sua condição dual, dos seus vícios e virtudes, das suas forças e fragilidades, e a leitura metafórica ajuda-o, neste sentido, a redimensionar o mundo e a projectarse nele, a representar, a conhecer e a descobrir(-se na sua condição polimórfica, nas suas misérias e nos seus sonhos.

  13. Hannah Arendt - Filosofia e Política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Jardim de Moraes

    2007-12-01

    Full Text Available O artigo apresenta a visão de Hannah Arendt de três momentos em que se configura, na história da filosofia política, a relação entre filosofia e política.O primeiro é o contexto antigo, representado na obra de Platão, quando a filosofia é entendida como metafísica e o conceito central da política é o de autoridade.O segundo remete à moderna crise do conceito metafísico de verdade e do conceito político de autoridade.O terceiro refere-se à leitura de Arendt da obra de Kant e aponta para a relevância da sua teoria do juízo.

  14. Gramsci, o Direito e a Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquim Pacheco Lima

    2016-01-01

    Full Text Available O autor aborda a questão da filosofia do direito a partir da análise do direito e da filosofia na concepção de Antonio Gramsci (1891-1937 no intuito de contribuir na elucidação da realidade social, econômica e política desigual. Os eixos norteadores do pensamento gramsciano para o mundo do direito, tratado pelo autor foram à busca por igualdade, enquanto direito, e sua relação com a política; a hegemonia, direção política e direito; e a democracia e a vontade geral como mediação na relação sociedade política e sociedade civil. O Direito na concepção filosófica e estratégia política de Gramsci, em uma dada sociedade, é um instrumento, conforto e punição, no jogo de dominação e direção dos grupos sociais.

  15. CRÍTICA DA FILOSOFIA POLÍTICA DA EUROPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Bezerra de Farias

    2007-01-01

    Full Text Available Análise da ontologia da União Européia, sob as formas federativa e transnacional, na filosofia política do pós-marxismo ocidental de Jürgen Habermas e Etienne Balibar, respectivamente.

  16. Responsabilidade e Imputabilidade: Diálogos entre a Psicanálise e o Direito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Fridman

    Full Text Available RESUMO O objetivo do artigo é tomar a atualidade dos debates sobre responsabilidade e imputabilidade para discuti-la em um diálogo entre a Psicanálise e o Direito. Revisita-se a etimologia dos vocábulos freudianos e as elucidações de Lacan, recuperando a definição de responsabilidade em Psicanálise e contrapondo-a à aplicabilidade das categorias jurídicas.Sugere-se que o sujeito responsável é constituído e comandado pela adesividade (Haftbarkeit pulsional que antecede o dever de respondere (Verantwortung.Convocado pelo trabalho da análise, pela fala, a assumir a responsabilidade por seus pensamentos imorais subjacentes aos sonhos e à vida de vigília, esse sujeito determinado pelas pulsões não é escutado pelas operações do Direito, voltadas para indicar com exatidão o imputável e o incapaz de entendimento e autodeterminação.

  17. A Caminho de uma Filosofia Extra-Moral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Machado Bulhões

    2010-10-01

    Full Text Available Compreendendo a Metafisica como uma forma de conceber a realidade a partir da crença na dicotomia de valores - Bem x mal, Verdade x Mentira, Alma x Corpo, etc - Nietzsche pretende lançar 0 pensamento filosófico para longe dos muros metafisicos. Questionando a filosofia, náo em seu conteúdo, em sua verdade, mas em sua vontade, Nietzsche inicia e anuncia um modo de filosofar que está além da oposiçáo de valores, uma filosofia que está além do Bem do Mal.

  18. Philosophia prima como repraesentatio na filosofia natural de Hobbes: exame de fundamentos metafísico-cognitivos como complementos teóricos de seu materialismo mecanicista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio R. C. Leivas

    2011-12-01

    Full Text Available O ponto de partida da Philosophia prima de Hobbes tem como referência a Física e a Metafísica de Aristóteles. O desenvolvimento posterior de sua Philosophia prima, porém, põe em marcha uma crítica da metafísica aristotélica que conduzirá a um remanejamentoteórico de uma série de princípios e conceitos herdados da tradição. Considerada em seu conjunto, a filosofia primeira hobbesiana é constituída por uma definição ampla, isto é, a metafísica definida como ciência do ente enquanto ente (ao invés da clássica definição de ciência do ser enquanto ser, sobre a qual duas definições strictu sensu são erigidas: a metafísica como física geral - dizer o ente (ens é dizer o corpo (corpus - e a metafísica como representação. Este paper é um esforço no sentido de compreender essas e outras questões concernentes aos estudos hobbesianos sobre a forma como conhecemos o mundo, as coisas e nós mesmos.

  19. ZÖLLER, G. "A República Platônica": os primórdios da filosofia jurídico-política de Kant na Crítica da Razão Pura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hortênsia Teresa Tomaz da Silva

    2016-09-01

    Full Text Available Este ensaio foca no engajamento de Kant com Platão no início da Dialética Transcendental na Crítica da Razão Pura, o qual apresenta uma característica crucial, mas muitas vezes esquecida do magnum opus de Kant. Em particular, este ensaio examina as afirmações positivas de Kant acerca da “república Platônica” (Platonische Republik no Livro um da Dialética Transcendental colocando-as no duplo contexto da retomada positiva das Formas de Platão (Ideen e sua visão original sobre o tema jurídico-político. Mais especificamente, este ensaio tem o objetivo de mostrar que a primeira posição de Kant na filosofia jurídica e política, tal como contida na primeira edição da Crítica da Razão Pura (1781, envolve uma concepção normativa de vida cívica que tem lugar num exercício social individual de liberdade sob leis universais. A seção 1 explora a extensão da afinidade entre Platão e Kant enquanto os maiores representantes do idealismo antigo e moderno. A seção 2 traça a transição do dogmatismo platônico para o criticismo kantiano na teoria das ideias. A seção 3 apresenta a apropriação de Kant da ideia de “república Platônica” com o objetivo de uma caracterização republicana especificamente moderna do governo da lei sob as condições de liberdade.

  20. La filosofia clinica di Wittgenstein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorenzo Ghirelli

    2017-01-01

    Full Text Available Intento del presente saggio è quello di tracciare le linee principali della filosofia di Wittgenstein definendone l’orizzonte operativo e la strategia d’azione. Seguiremo inizialmente i cambiamenti nella concezione del linguaggio e del significato del filosofo austriaco utilizzandoli come traccia per registrare le corrispondenti revisioni degli obiettivi, delle tecniche e delle forme del far filosofia da lui proposte. Cercheremo poi di analizzare la pratica filosofica prospettata dal Wittgenstein maturo evidenziandone alcuni aspetti che ci consentiranno di qualificarla come clinica.

  1. Um lugar para a Filosofia?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samir Dessbesel Ferreira

    2010-01-01

    Full Text Available De que modo pode a Filosofia integrar-se às demais disciplinas da grade curricular dos cursos técnicos do IFSul? E como se insere uma disciplina como essa em instituições de ensino que têm tradicionalmente como foco o ensino tecnológico e profissionalizante, como são os Institutos Federais? Primeiramente, a Filosofia poderia contribuir na formação do profissional egresso, desenvolvendo-lhe competências relacionadas ao filosofar, em especial as relacionadas ao raciocínio abstrato e à comunicação, o que poderia vir a fazer a diferença no mercado de trabalho. Assim, os Institutos Federais ofereceriam um ensino de excelência com o objetivo de formar o técnico mais bem qualificado possível ao mercado de trabalho. Todavia, o aparelhamento técnico de nossos jovens, embora essencial para o desenvolvimento do País, não pode apresentar-se como a preocupação prioritária dos educadores, pois é fundamental considerar-se a formação integral da pessoa humana. Qual educação, afinal, queremos? E qual o papel da escola pública em nossa sociedade? O direcionamento unilateral à qualificação profissional pode levar-nos à formação de uma espécie de “superpeão”. A escola não pode ser serva do mercado. Ela tem o papel maior de agente de questionamento e transformação da sociedade. A concepção de Ensino Médio Técnico-Integrado nos parece orientar-se antes para a formação “integral” do cidadão, da pessoa em sua totalidade. O trabalho não é apenas uma relação econômica, mas também ética, política e estética. Deve ser uma forma de realização, de humanização do mundo, e não de coisificação do homem. É sempre possível pensar nossos espaços de educação formal como um compartilhar humano de sentidos, de afetos, de vivências, de posturas, de identidades. A esses espaços deverá a qualificação técnica sempre agregar-se, jamais sobrepor-se.

  2. Criminal responsibility of psychophats in the light of the brazilian penal code Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do Código Penal Brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Eloise Schmidt Ferreira Feguri

    2012-05-01

    sendo tratado perante o artigo 26 § único do Código Penal Brasileiro e, também, explanar o porquê de tanta reincidência em crimes bárbaros. No início do trabalho, foi demonstrado o conceito de crime e as disciplinas que cercam o direito penal, seguido do conceito de psicopata, passando pela história, relatando alguns tipos de transtornos de personalidade e quando e como surgiu a origem da psicopatia e como as pessoas que possuíam este transtorno eram tratadas na antiguidade. Em seguida, foi explanado o que vem a ser a culpabilidade, de que forma se dá a sua aplicação, passando pela imputabilidade, inimputabilidade se atendo ao artigo 26 § único do Código Penal Brasileiro. Seguindo-se a isto, chegou ao instituto da medida de segurança, através de seu conceito, pressupostos e modalidades, abrangendo a aplicação, prazo e cessação da periculosidade, cabendo ainda ressaltar sobre os laudos periciais. Por último, foram relatados casos concretos que envolvem pessoas que possuem um tipo de transtorno de personalidade, sendo descritos de forma sucinta de como eles são vistos perante a justiça e a sociedade. Encerrando o estudo, chega-se à conclusão de que tais indivíduos não sejam eles anistiados com o beneplácito da semi-imputabilidade, prevista no artigo 26, § único do Código Penal Brasileiro. Pois o que se percebe, com a recente pesquisa, é que o benefício da imputabilidade penal diminuída, conferida a esses agentes que não têm plena capacidade mental, é injusta, pelo fato de que algumas pessoas podem ficar na cadeia por muito tempo, enquanto estes que recorrerem para a psiquiatria poderão estar fora dos estabelecimentos hospitalares, se for o caso, num prazo de três anos, pela benevolência das leis que os protegem. Com isso, endossa, o presente trabalho, que a prisão ou qualquer outra sanção penal é mais honesta, mais justa, menos discriminatória socialmente, que a sanção psiquiátrica.

  3. FILOSOFIA DA ANCESTRALIDADE COMO FILOSOFIA AFRICANA: EDUCAÇÃO E CULTURA AFRO-BRASILEIRA

    OpenAIRE

    Oliveira, Eduardo David de

    2012-01-01

    Neste artigo apresenta-se o entrelaçamento da Filosofia da Ancestralidade com a educação comprometida com a cultura afro-brasileira. Resultado dinâmico de múltiplas influências teóricas como a filosofia africana, a filosofia latino-americana, o afrocentrismo, a filosofia intercultural, e a filosofia da diferença, a Filosofia da Ancestralidade visa dialogar filosoficamente com a educação das relações étnico-raciais no Brasil.

  4. A avaliação em Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Benedito de Almeida Júnior

    2010-09-01

    Full Text Available Este trabalho pretende abordar a relaçáo entre ensino e avaliaçáo em filosofia, pois é preciso que deixemos de tratar as questões relativas a essa relaçáo no nível do senso comum.Tomando-se como referência a célebre frase de Kant, mas náo sua conclusáo e sim o texto que se encontra entre parênteses “a náo ser historicamente” entendemos que é possível, além de filosofar, ensinar história da filosofia, na educaçáo básica e no ensino superior. Por outro lado, é preciso aproveitar, criticamente, a produçáo pedagógica em torno da avaliaçáo, permitindo-nos refletir sobre o por quê e como avaliar em filosofia seja como avaliaçáo do filosofar seja como avaliaçáo em história da filosofia.

  5. Kant e a idéia de filosofia

    OpenAIRE

    Quadros, André Shizuo Hachiguti de

    2013-01-01

    Resumo: Esta dissertação discute o significado de filosofia na obra Crítica da Razão Pura de Immanuel Kant. Iniciamos o texto elaborando os critérios de rigor filosófico e procurando entender como a Crítica estabelece estes critérios. Interpretamos, assim, a chamada revolução copernicana como uma revolução na maneira de pensar a própria filosofia (não apenas as ciências naturais e exatas). Para tal voltamos nossa atenção à Dialética Transcendental, principalmente a Antinomia da Razão pura, on...

  6. Ensino da Filosofia no Brasil

    OpenAIRE

    Palácios, Gonzalo Armijos

    2011-01-01

    Gostaria de discutir algumas idéias de um filósofo brasileiro que muito admiro e sobre quem já escrevi anteriormente. Trata-se de Oswaldo Porchat Pereira, professor do Departamento de Filosofia da USP e criador do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE) da Unicamp. Recebi de um estudante de pós-graduação em Sociologia Política da UFSC a cópia de uma conferência que Oswaldo Porchat ministrara em maio de 1998 sob o título “Discurso aos estudantes de Filosofia da USP sobre a ...

  7. A IDÉIA DE UMA HISTORIOGRAFIA DIRECIONADA PARA A VIDA E A CRÍTICA AO CONCEITO DE PROGRESSO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2009-03-01

    Full Text Available Este artigo analisa a reflexão nietzschiana sobre a relação da cultura européia do séc.XIX com o desenvolvimento da perspectiva historicista, o modo pelo qual tal tendência seassociava a um exercício exacerbado de acúmulo erudito de informações, que, ao invés depromoverem o cultivo da genialidade humana, na verdade motivavam o seu declínio vital, e deque maneira esse projeto cultural historicista se baseia numa noção teleológica da história dacivilização ocidental, sustentada pela idéia de que a humanidade caminha ao estado deprogresso contínuo, pois uma razão superior ordena nossa realidade concreta. Para Nietzsche,tal concepção retira do presente a sua significação, postergada para um futuro ideal.F

  8. A MÚSICA DE ARNOLD SCHOENBERG E SUAS RESSONÂNCIAS NA FILOSOFIA DE LUDWIG WITTGENSTEIN. (Dossiê: Música, Linguagem e Sociedade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Cadeu de Oliveira

    2016-09-01

    Full Text Available Resumo. O presente artigo aborda como as características peculiares existentes na cultura vienense no fim do século XIX fizeram com que muitos artistas e intelectuais, incluindo Schoenberg e Wittgenstein, se auto-influenciassem em um processo que culminou uma crítica radical da linguagem e da sociedade. Palavras Chave: Schoenberg, Wittgenstein, Música no Século XX, Crítica da Linguagem, Música e Linguagem, História da Música no Século XX. Abstract. In this article the author describes how some peculiar characteristics common on Viennese society at the end of the nineteenth century lead to a mutual interest in the artistical and intellectual métier about the necessity of promoting a radical critique of language and also a critique of their society. Keywords: Schoenberg, Wittgenstein, Twentieth Century Music, Critique of Language, Music and Language, Twentieth Century Music History.Recebido em: 06/06/2016  – Aceito em 18/07/2016

  9. O ENSINO DA FILOSOFIA NO BRASIL: CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS E POLÍTICO-LEGISLATIVAS

    OpenAIRE

    Pinho*, Romana Valente

    2014-01-01

    * Doutora em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Professora na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: ensino da filosofia no Brasil: considerações históricas e políticolegislativas é um estudo que visa compreender as condições do ensino da filosofia no Brasil nos dias que correm. Começando com uma análise exaustiva das razões que conduziram a disciplina a ser removida do currículo do ensino médio dura...

  10. Por que rir da Filosofia Política?: Abertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lessa Renato

    1998-01-01

    Full Text Available As diferentes intervenções que compuseram este debate têm como referência comum uma reflexão sobre os lugares da Filosofia Política na tradição disciplinar que designamos como Ciência Política. Recusando a perspectiva que dissocia a Filosofia Política da dimensão empiricamente orientada da disciplina, os argumentos apresentados destacam o papel de fertilização de formas de vida cumprido pela primeira. A agenda dos pesquisadores devotados à boa faina da investigação empírica foi, e segue sendo, em grande medida definida e configurada por exercícios prévios de invenção social e política e por decisões de ordem ontológica, epistemológica e retórica. Neste sentido, a distinção entre ciência e filosofia é, além de obscurantista e marcada por enorme otimismo epistemológico, sintoma de um desconhecimento forte com relação à história do conhecimento político.

  11. Investigando o desconhecido: filosofia da ciência e investigação de fenômenos "anômalos" na psiquiatria Remarks on the scientific exploration of "anomalous" psychiatric phenomena

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Seno Chibeni

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A investigação de áreas controversas, como a das relações entre espiritualidade e saúde, levanta uma série de questões sobre a prática científica que, se ignoradas, podem comprometer o desenvolvimento adequado das pesquisas. OBJETIVOS: Apresentar brevemente alguns temas de filosofia da ciência que podem contribuir na investigação de aspectos pouco explorados da realidade. MÉTODOS: Com base na descrição simplificada dos conceitos de paradigma, ciência normal e revolução científica, descritos por Thomas Kuhn, são propostos alguns critérios de avaliação de hipóteses científicas e algumas diretrizes epistemológicas para a exploração científica de novas áreas. RESULTADOS: A investigação científica deve se basear em hipóteses falseáveis, abrangentes, simples, com adequação empírica, predições experimentais precisas, integração e hierarquização teórica, bem como capacidade de predição de fenômenos de tipos novos. Nessa exploração, deve-se manter uma abertura para a investigação de fenômenos anômalos, busca de um referencial teórico que oriente as pesquisas, cuidado com a rejeição dogmática ou a aceitação precipitada de hipóteses e, no julgamento de uma hipótese, não conferir valor excessivo ao contexto que a gerou ou à autoridade das pessoas que a professam ou rejeitam. CONCLUSÕES: Para que possa produzir avanços significativos, a investigação de áreas controversas e/ou pouco exploradas cientificamente requer habilidades e conhecimentos específicos sobre a natureza da atividade científica, especialmente quanto ao que Kuhn chamou de "ciência extraordinária" (em contraste com a "ciência normal".BACKGROUND: Scientific research on controversial subjects, such as spirituality-and-health, raises several issues about scientific activity that should be properly clarified for an adequate conduction of the investigations. OBJECTIVES: To highlight some topics of philosophy of

  12. FILOSOFIA DA TECNOLOGIA: UMA NOVA ÁREA DE INTERESSE DE ESTUDO DA FILOSOFIA

    OpenAIRE

    Armendane, Geraldo das Dôres de; Silva, Adenilson Felipe Sousa

    2017-01-01

    A civilização contemporânea é tecnológica par excellence. Embora a questão da tecnologia seja objeto de interesse da filosofia deste os antigos gregos, foi somente a partir da fundação da Sociedade para a Filosofia da Tecnologia (SPT), em 1976, nos Estados Unidos, é que a questão da tecnologia ocupou o seu lugar no centro do debate filosófico contemporâneo e se desponta como uma nova disciplina de estudo da filosofia. Este artigo discute os principais temas da disciplina filosofia da tecnolog...

  13. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 2 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  14. Quantification in African Logic | Chimakonam | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  15. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 1 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  16. Ensaio sobre desenvolvimento humano na pós-modernidade

    OpenAIRE

    Abib,José Antônio Damásio

    2008-01-01

    Neste ensaio, o conceito de desenvolvimento humano na pós-modernidade apóia-se em uma filosofia pós-moderna de direitos humanos, e na modernidade apóia-se em uma filosofia moderna de direitos humanos. O Estado moderno fracassou na realização da filosofia moderna dos direitos humanos. Uma filosofia pós-moderna de direitos humanos deixa para trás a filosofia moderna de direitos humanos. Isso significa abandonar o fundacionismo ético e as grandes narrativas emancipatórias de desenvolvimento huma...

  17. Agentes morais e a identidade da filosofia de Hume

    OpenAIRE

    Williges,Flavio

    2011-01-01

    A interpretação padrão da filosofia de Hume o apresenta como um cético radical acerca das pretensões da razão em fundamentar adequadamente nosso sistema de crenças e, ao mesmo tempo, como um naturalista que procurou sustentar que nossas crenças, embora racionalmente infundadas, não podem ser abandonadas na vida comum, em função da ação de sentimentos e impulsos naturais. Este trabalho pretende mostrar que o naturalismo de Hume pode e deve ser interpretado como uma metodologia de abordagem de ...

  18. Gramsci e o debate em torno da filosofia da prÃxis

    OpenAIRE

    Jecson GirÃo Lopes

    2013-01-01

    A presente dissertaÃÃo margeia em torno da discussÃo sobre a maneira pela qual Gramsci debate com os autores de seu tempo, principalmente com Nicolai BukhÃrin, defensor, segundo Gramsci, de um marxismo vulgar, devido sua compreensÃo mecanicista (economicista), fatalista, pelo uso do positivismo na filosofia da prÃxis, marxismo, (materialismo vulgar) e Benedetto Croce, a partir de sua ideia revisionista da filosofia da prÃxis (neo-idealismo: historicismo idealista, conforme Gramsci), como send...

  19. Totalitarismo, tecnocracia e sociedade de massas: uma reflexão sobre a distopia na sociedade contemporânea e a contribuição da filosofia da tecnologia

    OpenAIRE

    Cecília de Sousa Neves

    2017-01-01

    Este artigo visa explorar a articulação intrínseca entre tecnocracia, totalitarismo e sociedade de massa enquanto fenômenos interdependentes, cuja convergência introduz a distopia em seu paroxismo e atualidade. Utilizaremos como fio condutor de nossa reflexão o livro Admirável mundo novo escrito por Aldous Huxley, bem como o background propiciado pela atual filosofia da tecnologia. Visto que vivemos em uma sociedade de massas governada por um estado com traços claramente totalitários e cujo p...

  20. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: About this journal. Journal Home > Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: About this journal. Log in or Register to get access to full text downloads.

  1. Archives: Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture ...

    African Journals Online (AJOL)

    Items 1 - 11 of 11 ... Archives: Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home > Archives: Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Log in or Register to get access to full text downloads.

  2. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Advanced Search. Journal Home > Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Advanced Search. Log in or Register to get access to full text downloads.

  3. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Site Map. Journal Home > About the Journal > Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Site Map. Log in or Register to get access to full text downloads.

  4. Filosofia crítica: da palavra ao martelo e do martelo ao tacape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ceppas

    2015-05-01

    Full Text Available Este texto procura repensar a noção tradicional de crítica, de pensamento autônomo e reflexivo, a partir dos pensamentos de Nietzsche e Oswald de Andrade. O texto procura associar a noção de crítica a uma certa “inocência guerreira” presente tanto na filosofia a golpe de martelos de Nieztsche, como na antropofagia oswaldiana.

  5. A natureza da filosofia de Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaimir Conte

    2011-05-01

    Full Text Available Meu objetivo neste artigo é destacar algumas das ideias centrais defendidas por Hume e, a fim de caracterizar a natureza de sua filosofia, contrapor duas interpretações freqüentes de sua obra: a interpretaçáo cética e interpretaçáo naturalista. A fim de apontar as principais razões que estáo por trás dessas duas interpretações que tentam apreender a natureza da filosofia de Hume, procuro abordar inicialmente alguns dos princípios centrais da teoria humeana e, em seguida, especialmente sua análise das inferências causais. No final, argumento que o ceticismo e o naturalismo de Hume náo sáo incompatíveis. Ao contrário, devem ser entendidos como duas faces de uma mesma filosofia.

  6. Filosofia da amizade: uma proposta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Konrad Utz

    2010-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2008v7n2p151 O artifo tenciona desenvolver o conceito da amizade como conceito-base de toda Filosofia Prática. Porém pretende apresentar apenas uma entre as várias argumentações possíveis em favor desta concepção: defende que a amizade, no sentido exposto, seja a solução mais convincente ao problema da intersubjetividade. A questão é como a  concepção da subjetividade pode ser entendida a outros indivíduos, se essa, como o autor defende pode ser compreendida priginariamente somente a partir da auto-referência da primeira pessoa. Para isso, ele faz uso do conceito aristotélico do amor amigável enquanto direcionado a um "heterosautos", identificando como seus momentos tanto o conhecimento e o desejo do outro, como o respeito e a benevolência. Os últimos dois momentos são interpretados como "conversão" da consciência dos primeiros. Por meio dessa "conversão da consciência" a consciência do Outro é estabelecida. Como se trata da conversão de uma consciência concreta, tanto cognitiva quanto volitiva, seu resultado não é um conceito abstrato e geral de uma subjetividade diferente da minha, mas uma relação concreta entre indivíduos que implica um compromisso e a partir da qual forma-se um étos específico da comunidade assim estabelecida.

  7. A natureza da filosofia de Hume

    OpenAIRE

    Jaimir Conte

    2010-01-01

     Meu objetivo neste artigo é destacar algumas das ideias centrais defendidas por Hume e, a fim de caracterizar a natureza de sua filosofia, contrapor duas interpretações freqüentes de sua obra: a interpretaçáo cética e interpretaçáo naturalista. A fim de apontar as principais razões que estáo por trás dessas duas interpretações que tentam apreender a natureza da filosofia de Hume, procuro abordar inicialmente alguns dos princípios centrais da teoria humeana e, em seguida, especialmente sua an...

  8. Agentes morais e a identidade da filosofia de Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Williges

    2011-12-01

    Full Text Available A interpretação padrão da filosofia de Hume o apresenta como um cético radical acerca das pretensões da razão em fundamentar adequadamente nosso sistema de crenças e, ao mesmo tempo, como um naturalista que procurou sustentar que nossas crenças, embora racionalmente infundadas, não podem ser abandonadas na vida comum, em função da ação de sentimentos e impulsos naturais. Este trabalho pretende mostrar que o naturalismo de Hume pode e deve ser interpretado como uma metodologia de abordagem de conceitos filosóficos (ideias e crenças, no vocabulário de Hume que incorpora elementos irrefletidos da vida comum (como sentimentos e impulsos naturais e atribui a tais elementos o mesmo estatuto teórico que processos abstratos como raciocínios e argumentos. Uma filosofia que legitima mecanismos não-reflexivos no tratamento de problemas filosóficos é chamada por Hume de "filosofia verdadeira". Tal espécie de filosofia é incompatível com formas radicais de ceticismo, pois mecanismos irrefletidos que originam ideias são imunes à dúvida. Para exemplificar as teses aqui defendidas e tornar minha caracterização do naturalismo mais convincente, faço uma rápida descrição, ao final do artigo, da abordagem abrangente dos agentes morais por Hume.The standard interpretion of Hume's philosophy presents him both as a radical skeptic regarding rational claims about the adequate foundation of our belief system and as a naturalist who maintained that our beliefs (though rationally ungrounded cannot be given up in ordinary life, due to natural drives and sentiments. This paper purports to show that Hume's naturalism can and should be interpreted as a method for addessing philosophical concepts (ideas and beliefs,to use Hume's jargon that incorporates unreflected elements ofordinary life (such as natural sentiments and drives and assigns to them the same theoretical status that abstract processes such as reasons and arguments have. A

  9. A filosofia Romântica do trágico, ou a moderna ironia de Hamlet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Duarte

    2014-09-01

    Full Text Available Este artigo apresenta a participação romântica no moderno nascimento de uma filosofia do trágico, destacando o valor da ironia como auto-reflexividade da arte nesse contexto e a peça Hamlet, de William Shakespeare, enquanto seu exemplo mais emblemático. Abstract: This article presents the romantic role in the modern birth of a philosophy of tragedy, highlighting the value of irony as self-reflexivity of art in this context, and the play Hamlet, by William Shakespeare, as its most emblematic example.Keywords: Romanticism; tragic; irony; reflection; Hamlet. Pedro Duarte é Mestre e Doutor em Filosofia pela PUC-Rio, onde atualmente é Professor na Graduação, na Pós-Graduação e na Especialização em Arte e Filosofia. É Professor Colaborador do Mestrado em Estética e Filosofia da Arte da UFF. Foi Professor Visitante nas universidades Brown (EUA e Södertörns (Suécia. É autor do livro Estio do tempo: Romantismo e estética moderna (Zahar. Prepara agora A palavra modernista, a ser publicado na coleção Modernismo+90 (Casa da Palavra. Ênfase de pesquisa em Estética, Filosofia Contemporânea, Cultura Brasileira e História da Filosofia. É membro dos grupos de trabalho em Estética e em Heidegger na ANPOF.

  10. Che cos’è la filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Chiara Pievatolo

    2011-09-01

    Full Text Available Ecco una risposta che arriva dagli antipodi, tramite il blog di John Wilkins: filosofia è quello che si fa quando i fatti non assicurano una soluzione. Wilkins usa tutta la ricchezza di riferimenti che ci può aspettare da una disciplina con una bibliografia millenaria. Ma la finezza della definizione sta nel suo carattere elementare: se [...

  11. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  12. Hermeneutics in African philosophy | Fayemi | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions ... critical inquisition on the strengths and the problems involved in the conceptions of hermeneutics by these African philosophers, this paper argues that basic to hermeneutics is dialogue and its proclivity towards intercultural understanding.

  13. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 6, No 2 (2017) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  14. Humanistic epistemology* | Ijiomah | Filosofia Theoretica: Journal of ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 1, No 1 (2011) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  15. Humanistic epistemology* | Ijiomah | Filosofia Theoretica: Journal of ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 1, No 1 (2011) >. Log in or Register to get access to full text downloads. Username, Password, Remember me, or Register. Humanistic epistemology*.

  16. Conversations in African Philosophy | Chimakonam | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 1 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  17. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 2 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  18. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 5, No 1 (2016) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  19. Is African philosophy progressing? | Agada | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  20. Quantification in African Logic | Chimakonam | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  1. O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zelia Ramozzi-Chiarottino

    2013-01-01

    Full Text Available Procuraremos mostrar que o imaginário ocidental a respeito da filosofia cartesiana como um "dualismo" não superado e responsável pela ruptura do homem com cultura e natureza colide com as reais posições do filósofo. Na aurora da filosofia moderna, com Descartes, um dualismo ainda metafísico entre "dois modos da mesma substância" transforma-se num dualismo gnoseológico entre, de um lado, um sujeito do conhecimento científico (sujeito epistêmico, e, de outro, sistemas a serem explicados: corpo humano e natureza, ou seja, sistemas de conceitos bioquímicos e físicos. Assim, a filosofia de Descartes reúne em si o conteúdo filosófico de toda investigação anterior a ela, convertendo-se no centro do qual se irradiam os múltiplos caminhos e tendências da crítica do conhecimento e da filosofia das ciências.

  2. Linguagem e filosofia nas "investigações filosóficas" de Wittgenstein

    OpenAIRE

    Livia Mara Guimaraes

    1989-01-01

    Este trabalho tem três objetivos principais, todos eles ligados entre si. Ele pretende: explicar a concepção de linguagem presente na obra "Investigações Filosóficas" de Wittgenstein investigar a relevância da noção de jogo de linguagem para a formulação desta concepção; determinar o estatuto, resultante das considerações sobre a linguagem, conferido à filosofia, pelo texto.

  3. A filosofia da história no Doutor Fausto The philosophy of history in Doctor Faust

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richard Miskolci

    1998-10-01

    Full Text Available Há uma "filosofia da história" implícita na obra de Thomas Mann. Este artigo pretende fornecer elementos para compreender esta filosofia que tem raízes em Schopenhauer e Nietzsche, mas que também deve muito às descobertas da psicanálise e ao aprofundado conhecimento de mitologia do escritor alemão.There is a "philosophy of history" in Thomas Mann's works. This article intends to give elements to the comprehension of this philosophy linked, since the beggining, to Schopenhauer and Nietzsche, but also related to psychoanalysis' discoveries and to Mann's profound knowledge of mythology.

  4. Entre Filosofia e Religião

    OpenAIRE

    Natário, Maria Celeste

    2010-01-01

    Donde vimos?, qual a origem do mundo? E por detrás da questão da origem do mundo: porquê o mundo? E por detrás da questão do «porquê o mundo», o porquê do sentido da vida, da «minha vida», da vida de cada um de nós. A resposta a estas questões últimas tem sido tentada por várias vias: mitologia, ciência, filosofia, religião… Reflectiremos aqui sobre essas tentativas, procurando, em particular, articular a filosofia e a religião.

  5. Fé perceptiva, filosofia e ciência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson Xavier da Silva

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo de nosso artigo é compreender as noções de fé perceptiva, filosofia e ciência em Le visible et l’invisible (1964. Essas noções nos devem levar a um dos pontos fundamentais do pensamento merleau-pontyano, em que a interrogaçáo ontológica parte essencialmente da fé perceptiva para chegar a uma ontologia da carne.

  6. O ENSINO DA FILOSOFIA COMO UMA TECNOLOGIA DE GOVERNAMENTALIDADE

    OpenAIRE

    Oliveira, Liliana Souza de

    2016-01-01

    * Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora de Filosofia no Instituto Federal Farroupilha-Campus São Vicente do Sul/RS.O ensino da filosofia como uma tecnologia de governamentalidadeResumo: O presente trabalho insere-se nas discussões sobre o ensino da Filosofia. Pretendo a partir de uma inspiração foucaultiana analisar as condições de emergência do discurso sobre a importância da Filosofia no vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e as ...

  7. O ensino e a pesquisa em história da educação brasileira na cadeira de Filosofia e História da Educação (1933-1962 - The teaching and the research on the history of the brazilian education in the subjects of Philosophy and History of Education (1933-1962

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Bontempi Júnior

    2011-04-01

    Full Text Available Resumo Este artigo apresenta a trajetória da cadeira de Filosofia e História da Educação, desde a sua constituição em 1933 até 1962, quando, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, o professor Laerte Ramos de Carvalho deu início às primeiras pesquisas acadêmicas em história da educação. Explora fatores "internos" e "externos" da história das disciplinas, tais como os perfis institucionais, as prescrições curriculares, as disputas ocorridas no mundo acadêmico e as relações entre as "disciplinas vizinhas", a fim de tecer uma rede de personagens e acontecimentos que confira à disciplina a sua "identidade histórica". Palavras-chave: história das disciplinas, filosofia e história da educação, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   THE TEACHING AND THE RESEARCH ON THE HISTORY OF THE BRAZILIAN EDUCATION IN THE SUBJECTS OF PHILOSOPHY AND HISTORY OF EDUACTION (1933-1962 Abstract This article presents the trajectory of the Cathedra of Philosophy and History of Education, since its constitution in 1933, until 1962, when, at the College of Philosophy, Sciences and Literature of the University of São Paulo, the professor Laerte Ramos de Carvalho commenced the very first academic researches on history of education. The article explores both "internal" and "external" factors in the history of disciplines, such as institutional profiles, prescriptions of the curriculum, struggles occurred in the academic world, and relationships between "neighbouring disciplines", in order to weave a net, made by characters and facts, that gives to the discipline its "historical identity". Keywords: history of disciplines, Philosophy and History of Education, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   LA ENSEÑANZA Y LA INVESTIGACIÓN EN HISTORIA DE LA EDUCACIÓN BRASILEÑA EN LA CÁTEDRA DE FILOSOFÍA Y HISTORIA DE LA EDUCACIÓN (1933- 1962 Resumen Este artículo presenta el camino de la c

  8. FILOSOFIA E TEOLOGIA FRENTE AO DESAFIO DO PENSAMENTO PÓS-MODERNO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manfredo Araújo de Oliveira

    2015-01-01

    Full Text Available Os pensadores pós-modernos partem da “virada linguística” da filosofia contemporânea e se baseiam, sobretudo, na segunda fase desta reviravolta, caracterizada por uma crítica radical ao ideal de uma linguagem única e universal. Consequentemente toda pretensão de articulação de uma teoria do real em seu todo implicaria num sistema fechado, totalitário. O artigo pretende confrontar-se com a unilateralidade da antropologia aqui pressuposta para mostrar que tanto a filosofia como a teologia são saberes abrangentes sem que isto implique em sistema fechado: a filosofia considera seus objetos a partir de estruturas que são constitutivas para o ser em seu todo e para cada um de seus campos e a teologia tem como tarefa explicitar o sentido da totalidade do real a partir da ação livre de Deus que constrói seu Reino na história humana rumo a uma realização definitiva.

  9. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica is a publication of Calabar School of Philosophy (CSP), University of Calabar. From 2018, the journal will begin to publish a third issue which will be a bi-lingual edition in both French and English languages. Filosofia Theoretica provides outlet for well researched and original papers in the following ...

  10. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica Journal of African Philosophy, Culture and Religions, a publication of the Calabar School of Philosophy (CSP) is dedicated to the publication of astute academic research in African Philosophy, Culture, History, Art, Literature, Science, Education and Religions, etc. The articles submitted to Filosofia ...

  11. NIETZSCHE E O NASCIMENTO DA FILOSOFIA GREGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Bulhões

    2015-07-01

    Full Text Available Professor de filologia clássica, apaixonado e conhecedor dacivilização helênica, o jovem Nietzsche desenvolveu a sua própriainterpretação sobre o nascimento da filosofia, o seu contexto – apassagem do mundo homérico para o universo trágico – e as teoriasapresentadas pelos primeiros filósofos gregos, considerados homensgeniais que criaram tanto uma nova forma de pensar o mundo comouma nova linguagem conceitual. Este artigo tem como finalidadeapresentar e articular algumas das ideias que a singularinterpretação, pouco conhecida, do jovem filólogo-filósofo nosoferece.

  12. FILOSOFIA E POESIA EM MARIA ZAMBRANO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cícero Cunha Bezerra

    2011-06-01

    Full Text Available Maria Zambrano é a intelectual espanhola mais importante do século XX. Discípula de Ortega e Zubiri, Zambrano foi capaz de captar o que melhor possibilitaria à formulaçáo de um pensamento, ao mesmo tempo, autônomo e profundo com relaçáo aos seus mestres. Republicana, enfrentou os horrores da Guerra civil espanhola e suas conseqüências sem, no entanto, deixar-se abater. Foi precisamente no exílio que nasceu a obra de que tratarei neste artigo: Filosofia e poesia (México: Fundo de Cultura, 2000. Meu objetivo maior é demonstrar, à luz do pensamento de Zambrano, em que medida é possível o postulado de uma razáo poética capaz de superar a ruptura estabelecida, com o surgimento do pensamento filosófico entre irracionalidade (poesia e razáo (filosofia, contribuindo, assim, para o estabelecimento de um campo comum em que o pensamento filosófico, mais do que expressáo das estruturas últimas da realidade (o Ser, é criaçáo e abertura para o inesperado (Devir.

  13. Desmistificação epistemológica e desafios didáticos no processo pedagógico de ensino de Filosofia para graduandos de cursos alheios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2015-09-01

    Full Text Available Neste artigo abordamos a importância educacional do ensino de Filosofia para outros cursos acadêmicos, por incentivar o desenvolvimento da criticidade em relação ao próprio processo formativo pessoal no decorrer da trajetória acadêmica, apresentando ainda alguns aspectos cruciais para um possível bom desempenho docente na condição de professor de Filosofia para estudantes de outras áreas.

  14. Jeanne Hersch: una filosofia dei contorni

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta De Monticelli

    2013-07-01

    Full Text Available A Si tracciano le linee fondamentali del pensiero di Jeanne Hersch (Ginevra, 1910-2000, che concepisce la filosofia come servizio anti-idolatrico nei confronti della trascendenza da un lato, e dall’altro come continua presa di coscienza dei gesti della libertà che fanno irriducibile al dato e insieme profondamente individuata, qui ed ora, la nostra vita. Si mostra come l’ontologia di questa pensatrice sia indissociabile dalla sua estetica, o piuttosto dalla sua teoria del fare umano quale partecipazione finita e incarnata alla creazione. Si mostra il nesso da lei particolarmente sottolineato fra consistenza morale personale e responsabilità del pensiero teorico, sulla base dell’esempio negativo di Heidegger, sostenitore del nazismo. Si discute la netta presa di posizione che Jeanne Hersch assume contro le seduzioni e le liturgie verbali del suo pensiero incantatorio, irresponsabile nei confronti della verità e “radicato nel disprezzo”.

  15. Filosofia da análise da estabilidade da liquidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antônio Chaves da Silva

    2005-07-01

    Full Text Available A informação foi considerada finalidade de nosso conhecimento, até o período em os pensadores e pesquisadores da contabilidade passaram a raciocinar sobre o conteúdo e o significado dos informes. Nesta busca da razão sobre os estados patrimoniais, surgiu a análise contábil que procura por meio de relações e identidades, o significado da dinâmica expressa da estaticamente na informação. O primeiro aspecto que surgiu no objeto de análise foi o estudo da liquidez, que é um dos principais exercícios do patrimônio. A estabilidade também é outro exercício básico e imprescindível, pois este é que promove o equilíbrio do organismo administrativo. A ciência contábil após a sua dignidade científica passou a trilhar caminhos esplendorosos, amparados em doutrina que permite alcançar os píncaros filosóficos. Os estudos concernentes aos aspectos de interação da estabilidade na liquidez são, complexos e somente com os recursos filosóficos da contabilidade se pode estudá-los com o panorama holístico e sublime. A filosofia da contabilidade não é alheia às suas práticas tecnológicas, podendo buscar pontos sublimes de panoramas abrangentes, para o estudo analítico da liquidez e estabilidade, observando todas as dimensionalidades e essencialidades de acontecimentos, na comprovação e orientação dos estados de ineficácia e eficácia patrimonial.

  16. Filosofia, Ciência e História

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Ferreira Costa

    2010-10-01

    Full Text Available Esse ensaio tematiza a absorcçáo do dominio da imaginacáo filosófica pelo da investigaçáo cientifica, considerando duas maneiras de ver contrastantes: a concepçáo de A. Comte, segundo a qual a metafisica faz parte de um estágio intermediario da evoluçáo do saber situado entre religiáo e ciencia, e a opiniáo de A. Kenny de que ao menos em seus temas centrais a filosofia ha de permanecer para sempre irredutivel a ciencia. Em minha conclusáo favorereço Comte contra Kenny. De um lado, esse ultimo náo consegue apresentar um suporte satisfatório para as suas ideias; de outro, basta uma breve olhada no vertiginoso e cada vez mais abrangente progresso contemporâneo da ciencia, para nos apercebermos de que certas ideias defendidas por Comte merecem reavaliacáo. Ele estava apontando para a direcáo certa, ainda que pudesse enganar-se seriamente quanta as dimensões e a natureza do território a ser percorrido. A novidade desse trabalho náo está, todavia, em seu argumento geral, mas na tentativa de uma analise da natureza dos conceitos metafisicos com base em Comte (secáo 4.

  17. Modernity, Islam and an African Culture | Oyeshile | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 2 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  18. Editorial | Editor-in-Chief | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  19. Post-modern thinking and African philosophy | Etieyibo | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 3, No 1 (2014) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  20. Pensar arriscado: a relação entre filosofia e educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadja Hermann

    2015-03-01

    Full Text Available Este trabalho foi produzido no âmbito de uma sessão especial da Associação Nacional de Pós-graduação em Educação (ANPEd a respeito das relações entre a filosofia, a história, a psicologia e a sociologia da educação. Discute, primeiramente, a relação de familiaridade da filosofia com a educação, apontando seu vínculo originário, iniciado no mundo grego, sob a rubrica de fundamentos da educação, para, então, explicitar um movimento de afastamento provocado pela cientificização da pedagogia. Com o avanço dos processos de modernização e o êxito do conhecimento científico, a área dos fundamentos sofreu os impactos da racionalidade científica, sendo os resultados cada vez mais incontestáveis e que destituem o saber metafísico. Tal impacto, contudo, não desautorizou a despedida da filosofia, mas provocou uma mudança conceitual e de seu papel na relação com a educação e a cultura. A área então assume uma posição mais humilde diante das ciências e de outras expressões simbólicas, dialogando e interpretando os paradoxos e as tensões geradas pelas nossas relações com o mundo. A partir dessa abordagem, o artigo encaminha duas sugestões para a relação entre filosofia e educação. A primeira, apoiada na hermenêutica de Hans-Georg Gadamer e na racionalidade transversal de Wolfgang Welsch, retoma a perspectiva dos novos diálogos científicos, chamados de interdisciplinaridade, como um modo de superar os limites da especialização e de atender a complexidade das questões educacionais. Na segunda sugestão, indica-se a posição de Hans Ulrich Gumbrecht a respeito da relevância das humanidades para desenvolver um pensamento arriscado, capaz de produzir complexidades nas análises que iluminem as questões educacionais.

  1. Marxismo e Filosofia da Revolução: a experiência russa

    OpenAIRE

    Renato Nunes Bittencourt

    2017-01-01

    O artigo aborda alguns aspectos cruciais da Revolução Russa e suas bases axiológicas na filosofia marxista, considerando de que maneira ocorre nesse grande evento a confluência entre teoria revolucionária e prática revolucionária e a abertura de um horizonte sociopolítico emancipador, alternativa radical aos dispositivos imperialistas do capitalismo monopolista e seus inerentes parâmetros plutocráticos alheios ao bem comum.

  2. Marxismo e Filosofia da Revolução: a experiência russa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2017-10-01

    Full Text Available O artigo aborda alguns aspectos cruciais da Revolução Russa e suas bases axiológicas na filosofia marxista, considerando de que maneira ocorre nesse grande evento a confluência entre teoria revolucionária e prática revolucionária e a abertura de um horizonte sociopolítico emancipador, alternativa radical aos dispositivos imperialistas do capitalismo monopolista e seus inerentes parâmetros plutocráticos alheios ao bem comum.

  3. Ensino de Filosofia em espaços não formais: notas de uma experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Cristiane Pinto

    2015-11-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644415857Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados do projeto de extensão “Ensino de filosofia em espaços não formais”, explicitando basicamente os processos de sua execução em termos práticos tanto quanto os desdobramentos filosóficos de seu transcorrer. Em princípio a ideia geral do projeto consistiu em criar um espaço dedicado às possibilidades de experiência com o filosofar que produzisse aos participantes um modo de relação com a filosofia diferente daquele estabelecido em ambientes formais como, por exemplo, a instituição escolar. Devido às experiências anteriores no que se refere ao ensino de filosofia demarcado pelas formalidades institucionais, procuramos transbordar esses espaços convertendo o ensino clássico em uma dimensão dialógica de aprendizagem e de criação de novos espaços de pensamento. Respaldados pelas contribuições filosóficas de Gilles Deleuze e Jacques Rancière, procuramos desterritorializar o ensino da filosofia de sua tradição histórica, afirmando-o eventualmente nas potencialidades criativas do pensar, na contingência das afecções, no encontro com os signos. Em síntese, a escrita deste texto nos permite explorar algumas implicações daquilo que projetamos e do que vivenciamos doravante nossa própria construção de sentido acerca do ensinar e do aprender filosofia, principalmente do que significa pensar filosoficamente.

  4. Castoriadis: uma filosofia para a educação Castoriadis: philosophy for education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lílian do Valle

    2008-08-01

    Full Text Available Há muitos tipos de filosofia, muitos estilos de praticá-la e muitas razões pelas quais a convocamos, quando se trata de falar das coisas humanas. No livro I da Ética a Nicômaco, Aristóteles afirma - contra o que fora, durante toda a existência, o principal objeto de busca de seu mestre - que a investigação que lhe interessa é aquela que trata do que é acessível e praticável pelos humanos. Ora, esse tipo de filosofia, que me parece ser a única digna da educação, é definitivamente a que praticou Cornelius Castoriadis. Assim, a filosofia foi insistentemente descrita, na obra do autor, como interrogação aberta e incessante, que nada tem de fútil exercício de especulação, na medida em que concerne fundamentalmente à atividade de criação, por parte de cada humano, dos sentidos que fazem existir seu mundo próprio - e que, portanto, concerne igualmente aos sentidos que edificam a vida comum.There are many kinds of philosophy, many styles of practicing it, and many reasons fort taking it when it comes to talking about human things. In book I of The Nicomachean Ethics, Aristotle affirms that the inquiry that interests him is what is accessible and practicable to human beings. This kind of philosophy, that seems to be the only one that is worth the field of education, is definitively the one practiced by Cornelius Castoriadis. Thus, philosophy was insistently described, in his works, as open and nonstop questioning that is not considered as useless exercises of speculation, because it basically concerns the activity of creation, by each human being, of the meanings that make his/her own world exist, and is, therefore, equally related to the meanings that build up common life.

  5. Ensino de Filosofia: método e recepção filosófica em Agnes Heller

    OpenAIRE

    Horn,Geraldo Balduíno; Mendes,Ademir Aparecido Pinhelli

    2016-01-01

    RESUMO Este artigo apresenta, problematiza e analisa alguns pressupostos do método de recepção filosófica de Agnes Heller presentes em sua obra A Filosofia Radical. O conceito de recepção filosófica ocupa lugar central na análise. Mostra que não é possível pensar em educação filosófica senão a partir de uma epistemologia de referência circunscrita por um modus operandi filosófico. Daí decorre que só é possível conferir identidade e legitimidade à filosofia quando se reconhece e se estabelece ...

  6. Filosofia da história hegeliana: liberdade, razão e o mundo germânico

    OpenAIRE

    França, Lincoln Menezes de [UNESP

    2010-01-01

    A filosofia hegeliana tem como princípios fundamentais os conceitos de liberdade e razão. Para Hegel, é possível que a liberdade e a razão se realizem. Mas essa possibilidade só é efetiva a partir da perspectiva do pensamento especulativo. No desenvolvimento de seu pensamento, Hegel reconheceu que a verdadeira liberdade não pode ser imposta, mas efetivada, a partir de uma concepção ontológica fundada na realização da ideia que é Espírito. Essa concepção sistemática fundamenta a filosofia da h...

  7. Os limites do conhecimento humano na Filosofia de Immanuel Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Richardson de Carvalho Sena

    2016-12-01

    Full Text Available Este escrito toma como base a obra Crítica da Razão Pura e procura mostrar que a realidade mesma como ela é, nós desconhecemos, sendo possível apenas conhecemos as aparências. Para que seja possível conhecer algo é necessário que existam dados sensíveis, manifestados por meio de relações espaço temporais. A estrutura cognitiva humana sujeita-se a uma atividade conceitual a priori do entendimento, sendo que, seu uso legítimo limita-se ao que pode ser intuído sensorialmente, entretanto, qualquer intento ou aplicação fora deste limite sensível será sempre ilícito. A realidade é chamada de númeno. O que nós podemos conhecer é o fenômeno.

  8. O ensino da filosofia segundo Hegel: contribuições para a atualidade The teaching of philosophy according to Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Geraldo Aparecido Novelli

    2005-01-01

    Full Text Available É possível ensinar filosofia? O filósofo alemão G. W. F. Hegel (1770-1831 não somente responde afirmativamente à questão posta, como também indica o que deve ser ensinado e como em filosofia. A resposta hegeliana tem como fonte sua atividade como diretor do ginásio de Nürnberg, onde ele procura estabelecer diretrizes e procedimentos para que a filosofia seja ensinada aos jovens. Segundo Hegel, a filosofia sempre é pertinente na medida em que se manifesta sobre o que é fundamental para o homem, isto é, sobre sua vida com as questões que lhe dizem respeito. Para tanto, a filosofia deve assumir o homem como seu objeto de consideração. Isto deve resultar na apreciação da realidade humana para que a partir dela sejam levados e elevados à sua maior e melhor compreensão pela reflexão e pela especulação. Tais habilidades não são adquiridas senão pelo contato direto com a filosofia em sua especificidade na sua produção histórica, ou seja, nos textos. Conhecer a história da filosofia já é aprender filosofia, mas tal aprendizagem necessita da mediação do professor. A mediação se faz necessária, pois a aprendizagem não é natural e, portanto, não se dá espontaneamente. Aprender é sempre aprender com alguém.Is it possible to teach philosophy? The German philosopher G. W. F. Hegel (1770-1831 not only answers positively to such question but also indicates what has to be taught in philosophy and how. Hegel's answer has as its source his activity in the High School of Nürnberg where he searches to establish the aims and the procedures so that philosophy may be taught to the young people. According to Hegel philosophy is always meaningful when it considers what is basic for men, i.e., their life with all the questions related to it. In this way philosophy has to assume the man as its object. This ends up in the consideration of the human reality as it is so that it may be better and deeper understood through reflection

  9. Da teoria moral à filosofia política: uma investigação do pensamento de John Rawls

    OpenAIRE

    Flávio Azevedo Reis

    2012-01-01

    A dissertação investiga a passagem entre dois períodos do pensamento de John Rawls. No livro Uma teoria da justiça e nos artigos publicados durante a década de 1970, Rawls definiu o seu projeto filosófico como uma teoria moral, que visava formular uma teoria inspirada na estrutura deontológica da moral kantiana. Na dissertação, argumenta-se que Rawls identificou um problema interno a esse projeto e, durante as décadas de 80 e 90, desvinculou sua filosofia da teoria moral e passou a orientá-la...

  10. Filosofia, psicanálise e educação : o "mestre possível" de adolescentes

    OpenAIRE

    Zanello, Valeska

    2007-01-01

    O presente artigo tem como escopo pensar uma articulação entre o lugar apontado pela psicanálise como o do "mestre possível" de adolescentes e o papel do professor na comunidade de investigação, no projeto Filosofia na Escola. Segundo uma leitura psicanalítica contemporânea, este lugar é marcado por um discurso do mestre permeado pelo do analista, isto é, por uma disposição de um mestre "não-todo poderoso", sujeito a aberturas, incertezas e dúvidas, trespassado pelo não saber. Defendemos a...

  11. Uma Breve Introdução à Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Alexandre Alves

    2011-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2011v10n1p157 Objetiva-se, no presente texto, apresentar as teses centrais do livro “Uma breve introdução à filosofia”, de autoria do prof. Ernildo Stein. Entende-se que suas análises acerca da importância do ato de filosofar, no mundo atual, configuram-se como uma espécie de “iniciação” à Filosofia, fugindo de todos os modelos tradicionais, notadamente, pensados em compêndios ou em manuais de história da filosofia.

  12. Filosofia da ciência e ensino da ciência: uma analogia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Villani

    2001-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, inicialmente explicitaremos nossa compreensão do debate entre Kuhn, Popper, Lakatos e Feyerabend na Conferencia Internacional sobre Filosofia da Ciência (1965, delineando as diferenças nas posições de nossos filósofos. Em seguida apresentaremos um quadro das posições sobre o ensino de ciências, assim como nos parecem caracterizar os último 30 anos de pesquisas na área. Finalmente tentaremos uma aproximação dos dois campos, procurando salientar as implicações que a problemática filosófica teve e tem para uma maior compreensão do ensino de ciências e matemática.

  13. Vigotski e a filosofia da linguagem humboldtiana: Um diálogo interdisciplinar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Venuto

    2016-04-01

    Full Text Available O presente artigo busca recuperar parte do contexto dialógico no qual Vigotski construiu sua teoria sobre a relação entre pensamento e linguagem. Nesse contexto, discutimos a forma a partir da qual Vigotski trabalhou duas questões centrais da filosofia da linguagem humboldtiana: a origem da linguagem e a relação entre linguagem e concepção de mundo. A análise desses aspectos permitiu demarcar um universo dialógico interdisciplinar entre Vigotski e Humboldt, indicando zonas de aproximação e de afastamento entre as perspectivas desses autores. Consideramos que a psicologia histórico-cultural de Vigotski, fundamentada no materialismo histórico dialético, promove uma inversão dialética na filosofia da linguagem de Humboldt, ressaltando uma compreensão da linguagem como prática social objetivada. Assim, é possível indicar que a perspectiva vigotskiana acerca da origem da linguagem e da construção de uma concepção de mundo representa uma superação dialética em relação às proposições de Humboldt, uma vez que considera a linguagem um elemento concreto e objetivo, que se modifica no devir histórico e guarda estreitas relações com a base material da qual é proveniente.

  14. A filosofia concreta de Alexandre Kojève e a teoria do imaginário de Jacques Lacan

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léa Silveira Sales

    2002-01-01

    Full Text Available O interesse de Lacan pela dialética não cai sobre o idealismo hegeliano. O que lhe atrai é a especificidade da leitura kojèviana na medida em que promove uma antropologização da Fenomenologia do Espírito. Com essa leitura, o idealismo absoluto de Hegel transforma-se numa filosofia concreta. Uma vez que foi essa a filosofia a influenciar a produção teórica de Lacan, os objetivos desse artigo são realizar uma sua exposição geral e apontar alguns importantes momentos do cruzamento entre antropogênese dialética e discurso lacaniano, ressaltando especialmente três segmentos: o que Lacan retoma de Kojève para a sua teoria do imaginário, em que pontos afasta-se dele e a influência dessa filosofia no movimento de transição do imaginário ao simbólico.

  15. A filosofia da religião e seu objeto em Paul Tillich e Jean-Luc Marion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Pieper

    2015-01-01

    Full Text Available O tema da filosofia da religião é a religião. Essa frase parece ser óbvia. No entanto, ela perde sua obviedade quando perguntamos como devemos compreender a religião. Mais diretamente: como se pode manter a vocação crítica do questionamento filosófico e, ao mesmo tempo, ouvir a religião no que ela tem de específico? A filosofia da religião encontra-se num impasse: ou deixa escapar seu objeto por meio da redução à subjetividade, ou caso ouça seu objeto atentamente deve negar suas pretensões de conhecimento, reconhecendo-se como tarefa irrealizável. Apesar de pertencerem a tradições filosóficas distintas, essa pergunta é feita por Paul Tillich e pelo fenomenólogo francês Jean-Luc Marion. O artigo explora como ambos os autores partem de problemática similar (buscando uma compreensão não-reducionista de religião, seguem por caminhos distintos (enquanto Tillich busca uma síntese entre filosofia e religião, Marion insiste na distinção, mas, no final, ambos apelam para a teologia a fim de sustentar a especificidade da religião.

  16. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. P age. 8. 9. CONVERSATIONS: Conversational thinking is articulated as the new approach to philosophical inquiry. It has two strands: conversational philosophy and interrogatory theory with conversationalism and interrogationism as their ...

  17. Abiola Irele: a tribute to the master | Ofeimun | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 6, No 1 (2017) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  18. Trends in African philosophy: A case for eclectism | Kanu | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  19. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 2. Final 2docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 409. QUANTIFICATION IN AFRICAN LOGIC. Jonathan M. O. Chimakonam Ph.D. Department of ... From Frege to Godel: A Source Book in Mathematical Logic,. 1879-1931. Ed. Heijenoort, van. Jean. Cambrigde: Harvard University Press, 1967. Print.

  20. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 2. Final 2docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 385. Editorial. In this volume the reader shall be treated to a collection of original papers in different aspects of African thought. Some of these papers are voluminous thus offering detail exegeses. Some others however are rather brief but dense ...

  1. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 2. Final 2docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 391. THE QUEST FOR THE NATURE OF BEING IN AFRICAN. PHILOSOPHY. Kanu, Ikechukwu Anthony (OSA). Department of Philosophy. University of Nigeria, Nsukka ikee_mario@yahoo.com. 1. Introduction. The fundamental question within the ...

  2. On the sources of African philosophy | Kanu | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  3. Editorial | Editor-in-Chief | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  4. Idea of African numeric system | Chimakonam | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  5. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 1. Final 1docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 217. Editorial. The issues concerning African studies addressed in this volume are quite diverse and original. As we continue to develop, propagate and promote a new phase of African philosophy, culture, history and religion where creative originality ...

  6. The Dimensions of African Cosmology | Kanu | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  7. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  8. The Dimensions of African Cosmology | Kanu | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads. Username, Password, Remember me, or Register. The Dimensions of African ...

  9. A filosofia da história como o lugar de efetivação da liberdade no Sistema da Ciência Hegeliano = The philosophy of history as a place of effective of freedom in Hegelian System Science

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julião, José Nicolao

    2014-01-01

    Full Text Available Em Hegel, mais do que em qualquer outro filósofo que o antecedeu, a história ganha estatuto filosófico fundamental, pois o seu interesse por ela está presente em todas as partes de sua filosofia. Para Hegel, a filosofia é história universal (Weltgeschichte, ou seja, história do progresso na consciência da liberdade. E, enquanto processo de ampliação da liberdade, a história ganha um lugar de destaque no sistema hegeliano, aparece na última parte do espírito objetivo, como história universal, efetivando, desta maneira, a estrutura ontológica e metodológica do conceito liberdade apresentado no último livro da Ciência da Lógica. O objeto deste estudo é, portanto a Filosofia da História Universal compreendida como um universo efetivo da ampliação da liberdade e do pensamento filosófico que consideramos como o encerramento sistemático da filosofia de Hegel, dado que as partes que compõem o espírito absoluto – arte, religião e filosofia – são independentes, compreendendo cada uma em si mesma um sistema acabado. Em suma, o nosso objetivo é precisamente o de demonstrar o lugar de destaque que ocupa a história universal no Sistema da Ciência hegeliano

  10. Filosofia e psicanálise: pontos de disjunção/Philosophy and psychoanalysis: disjunctive points

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Revah

    2010-03-01

    Full Text Available Este artigo trata sobre as (impossibilidades do diálogo entre a filosofia e a psicanálise, atentando para tanto em alguns pontos que separam esses dois campos. Em primeiro lugar, considera-se o que a filosofia recusou ao se constituir e se diferenciar de outros campos do discurso e do saber, nos seus primórdios, na Grécia Antiga. O que nessa discussão está em causa é a filosofia socrático-platônica e a sua diferença em face da perspectiva trágica, que é abordada no âmbito das crenças religiosas gregas e na obra dos poetas trágicos. No segundo item são recuperadas certas conceitualizações de Freud sobre o psiquismo, com o intuito de indicar a presença da perspectiva trágica em sua concepção de homem. Finaliza-se retomando algumas das razões que levaram Freud a criticar e se distanciar da filosofia, inclusive da vertente que acolhe a perspectiva trágica. As (impossibilidades do diálogo entre a filosofia e a psicanálise são então apontadas, considerando-se sobretudo as relações que se estabelecem entre esses dois campos depois de Freud. This article deals with the (impossibilities of dialogue between philosophy and psychoanalysis through emphasis on a few points separating these two fields. Firstly, it is taken into consideration what philosophy refused when constituting and making itself different from other areas of discourse and knowledge when these were beginning to develop in Ancient Greece. What is discussed here is the Socratic-Platonic philosophy and its difference from the tragic perspective, which is approached in terms of Greek religious beliefs and of the works of tragic poets. Secondly, certain Freudian concepts on psychism are rescued, in an attempt to indicate the presence of the tragic perspective in its conception of man. Finally some reasons that led Freud to criticize philosophy and move away from it are approached, including the tendency favoring tragic perspective. The (impossibilities of dialogue

  11. Implementação da filosofia lean em empresas de construção civil

    OpenAIRE

    Figueiredo, Luís António de Jesus Coelho Pereira de

    2015-01-01

    O Lean Construction está a emergir como o novo paradigma de gestão de projetos de construção e por essa razão existe um número crescente de empresas a implementar as práticas do Lean Construction de forma a melhorar o desempenho dos projetos de construção. O Lean é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios, que quando eliminados, têm impactos, entre outros, na melhoria da qualidade, na redução do tempo de execução de algumas atividades e na diminuição do custo de produção. Foi...

  12. O pensamento pedagógico de Paulo Freire à luz da filosofia da educação

    OpenAIRE

    Gonçalves, José Luís

    2016-01-01

    Propomo-nos analisar neste artigo o pensamento pedagógico de Paulo Freire na ótica da filosofia da educação. Entendendo-se esta área de saber, simultaneamente, como reflexão tanto das problemáticas educacionais (no plano epistemológico e hermenêutico) como das problemáticas educativas (dimensão ética e antropológica) presentes no discurso pedagógico de Paulo Freire, a nossa análise assentará numa circularidade epistemo-antropológica deste pensamento. Dito de outra forma, é n...

  13. O desvelar da categoria transpessoal : uma visão para a Filosofia, a Psicologia e a Mitologia nas obras de Eudoro de Sousa, Vicente e Dora Ferreira da Silva

    OpenAIRE

    Aguiar, Giancarlo de

    2016-01-01

    A presente tese intitulada O Desvelar da Categoria Transpessoal; Uma Visão para a Filosofia, a Psicologia e a Mitologia nas Obras de Eudoro de Sousa, Vicente e Dora Ferreira da Silva no ramo de investigação da filosofia da cultura, procurou tratar destes três autores que marcaram um importante período histórico para o pensamento poético e filosófico em língua portuguesa. Articulamos o pensamento filosófico de Vicente Ferreira da Silva, com forte inclinação à transcendência, na ...

  14. Princípiosnorteadores da filosofia moral de David Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Holanda de Oliveira

    2017-02-01

    Full Text Available O presente artigo objetiva apresentar os princípios norteadores da filosofia moral de David Hume. Para tanto se buscará demonstrar que a razão é escrava das paixões, que os juízos morais não são demonstráveis, nem refletem a realidade objetiva, para por fim, demonstrar a importância da utilidade.

  15. Para além de Deus e da natureza: Elementos de filosofia trágica nos diálogos sobre a religião de David Hume

    OpenAIRE

    Silva, Gilberto Cabral da

    2005-01-01

    Esta dissertação pretende uma abordagem epistemológica dos Diálogos sobre a Religião Natural de David Hume por meio da categoria de filosofia trágica , trabalhada pelo filósofo francês Clément Rosset. Propomos uma nova possibilidade interpretativa do pensamento de David Hume, diferente do naturalismo e além do simples ceticismo. O conceito de filosofia trágica permite pensar os Diálogos sobre a Religião Natural como uma obra de filosofia trágica, na qual é efetuada, através dos argumentos ...

  16. Análise e crítica do conceito de ciência normal de Thomas Kuhn e sua filosofia da ciência de viés histórico

    OpenAIRE

    Alves, Daniel Caon

    2012-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia A obra Estrutura das Revoluções Científicas (1962), de Thomas S. Kuhn, foi responsável por promover diversos conceitos na área da Filosofia da Ciência relacionados a uma abordagem sócio-histórica da noção de ciência. Inspirado em filósofos e historiadores da ciência da primeira metade do século XX, Thomas Kuhn reuniu uma série de formulações e refl...

  17. A FILOSOFIA ROUSSEAUNIANA E SUA INFLUÊNCIA PARA A TEORIZAÇÃO DO PODER CONSTITUINTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilana Alcântara Monteiro da Fonseca

    2010-08-01

    Full Text Available É assente na doutrina que o Poder Constituinte sempre existiu. Todavia, a elaboração de uma teoria que legitimasse a existência do Poder Constituinte só teve início no século XVIII, a partir do livro Que é o Terceiro Estado? escrito por Sieyès. Entretanto, a partir dos estudos empreendidos por Rousseau que resultaram na obra Do Contrato Social notam-se inúmeros aspectos da teorização do Poder Constituinte realizada por Sieyès. Neste trabalho, iremos expor características da filosofia rousseauniana, a evolução do Poder Constituinte e, ainda, faremos uma breve análise Do Contrato Social e a influência que este exerceu na teorização do Poder Constituinte.

  18. O Behaviorismo Radical como filosofia da mente Radical Behaviorism as philosophy of mind

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Lopes

    2003-01-01

    Full Text Available O Behaviorismo Radical de B. F. Skinner é constantemente acusado de eliminar a mente de sua explicação do comportamento humano. Uma análise do livro The Concept of Mind, de Gilbert Ryle, sugere a possibilidade de defender a existência de uma mente relacional, diferente da categoria de existência da mente defendida em interpretações cartesianas (mente substancial. A análise de alguns textos de Skinner sugere que o conceito de uma mente relacional também pode ser defendido no Behaviorismo Radical. Esse fato, culminaria na possibilidade de que, além de filosofia da Ciência do Comportamento, o Behaviorismo Radical, também pode ser uma filosofia da mente, o que traria conseqüências ao estudo e à aplicação da Análise do Comportamento.B. F. Skinner's Radical Behaviorism has been repeatedly accused of eliminating the mind from its explanation of human behavior. An analysis of Gilbert Ryle's book, The Concept of Mind, suggests the possibility of defending the existence of a relational mind, different from the category of existence of mind defended in Cartesian interpretations (substantial mind. The analysis of some texts of Skinner suggests that the concept of a relational mind can also be defended in Radical Behaviorism. This fact would lead to the possibility that, beyond a philosophy of Behavior Science, Radical Behaviorism may also be a philosophy of mind, which would bring consequences to the study and application of Analysis of Behavior.

  19. La questione della verità filosofia, scienze, teologia

    CERN Document Server

    2003-01-01

    Verità: tema ineludibile, crocevia e chiave essenziale dell'essere uomini. Che cosa è la verità, quali metodi e atteggiamenti richiede la sua ricerca in filosofia, scienze, teologia? Nell'epoca del disincanto e della scepsi è ancora possibile che questi grandi ambiti riescano a dialogare nella ricerca del vero? Oppure sono destinati a non comprendersi e separarsi? In queste pagine si dispiega un'aereopago intellettuale della postmodernità: biologi, fisici, epistemologi, antropologi, filosofi, teologi, biblisti avanzano una lettura affascinante delle grandi opzioni epistemologiche con i loro guadagni, esitazioni, possibili chiusure.

  20. Governamentalidade democrática e ensino de Filosofia no Brasil contemporâneo Democratic governmentality and the teaching of Philosophy in contemporary Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Gallo

    2012-04-01

    Full Text Available Este artigo parte dos conceitos de biopoder e de governamentalidade para analisar alguns documentos governamentais brasileiros recentes que concernem à introdução da Filosofia como disciplina no ensino médio. Durante a década de 1980, no cerne dos movimentos pela redemocratização do país, a ênfase nessa argumentação foi posta na suposta criticidade da Filosofia e em seu potencial na formação de cidadãos para uma sociedade democrática. Esse argumento parece ter sido assimilado pelo governo brasileiro ao estipular, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que os alunos do ensino médio devem demonstrar os conhecimentos de Filosofia "necessários ao exercício da cidadania". O estudo analisa, também, documentos como os PCN, os PCN+, as OCEM, em seus capítulos sobre a disciplina Filosofia. Percorrem-se, aqui, pela ótica da governamentalidade, os documentos de política pública, explicitando a instrumentação da Filosofia para a formação de jovens segundo aquilo que se entende como uma sociedade democrática moderna.This article takes the concepts of biopower and governmentality as the starting point for an analysis of certain recent Brazilian government documents about the introduction of Philosophy as a subject in secondary school. In the 1980s, this argument centered on Philosophy's so-called criticism and its potential for preparing citizens for a democratic society, was used by the movements aimed to restore democracy in Brazil. This argument appears to have been assimilated by the Brazilian government, because it is stated in the Guidelines and Bases of Education Law, secondary school students should demonstrate knowledge of philosophy "necessary for the exercise of citizenship." The argument also appears in documents such as the PCN and PCN+ (National Curricular Parameters and OCEM (Curriculum Guidelines for Secondary School in their chapters on Philosophy. These documents are examined here in the light of

  1. La filosofia e l'arte di vivere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Massimo Carboni

    2015-11-01

    Full Text Available L’articolo è l’estratto di un più ampio lavoro ancora in corso. Come Michel Foucault e Pierre Hadot, ognuno dalla propria postazione storico-teorica, ci hanno ricordato, la filosofia antica, ed in particolare quella ellenistica con i cinici e gli stoici, non era solo un discorso ma una concreta pratica di vita, un comportamento esistenziale (che talvolta poteva assumere afferenze “teatrali” proposto come modello per tutti coloro che intendevano raggiungere l’arete. Il testimone di questa “arte della vita” −è la tesi di fondo di questo contributo− non è stato però storicamente raccolto dalla filosofia moderna −impersonale, tecnicistica, professionalizzata− ma dall’ètimo stesso delle correnti più significative delle arti moderno-contemporanee, impegnate non a produrre l’“opera d’arte” nel senso classico-tradizonale del termine, ma a proporre pratiche e modelli di vita creativi. L’esempio che qui abbiamo trascelto riguarda la pedagogia teatrale del famoso regista polacco Jerzy Grotowski.

  2. Hume e os propósitos da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Ribeiro Balieiro

    2011-12-01

    Full Text Available Hume é geralmente visto como um filósofo que, além de defender princípios céticos, pretendeu oferecer uma nova fundação para as ciências, baseada no estudo minucioso da natureza humana. De fato, não há dúvidas de que esse seria, para ele, um dos principais propósitos a que sua filosofia precisava servir. Procuraremos mostrar, no presente trabalho, que essa visão da filosofia humiana é, no fim das contas, limitada, já que perde de vista o fato de que, em textos posteriores, o filósofo escocês tentou estabelecer que a atividade filosófica deveria ser construída de modo a colaborar para a formação moral de seu público.Hume is generally seen as a philosopher which, besides defending skeptical principles, intented to offer a new foundation for science, based on the accurate study of human nature. In fact, there is no doubt that he considers this to be one of the main purposes his philosophy should serve. In this work, we shall attempt to show that this is a limited view of Hume's thought, as it loses sight of the fact that, in posterior texts, he intended to establish the philosophical activity as something that should be developed in order to somehow form the moral character of its public.

  3. Uma nota sobre filosofia política, relações internacionais e filosofia da história = A note on political philosophy, international relations and philosophy of history

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Torres, João Carlos Brum

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objeto explorar de que modo os recursos conceituais oferecidos pela filosofia política moderna, pela interpretação da história do direito internacional desenvolvida por Carl Schmitt, assim como pela filosofia da história de Kant nos facultam um entendimento mais preciso e profundo dos constrangimentos lógico-conceituais que enquadram a dinâmica evolutiva das relações internacionais. A primeira parte do texto procura reconstituir o modo como a atenção à peculiar geometria do espaço terrestre – seu caráter esférico – constitui um ponto focal no tratamento dado por Hobbes, Pufendorf e Kant aos temas das relações tanto entre indivíduos humanos, quanto entre as comunidades politicamente organizadas. Nessa parte o texto chama atenção para o fato de que as teorias contratualistas não podem facilmente estender o modelo de solução de conflitos contido na idéia de contrato social às relações internacionais. A segunda parte trata de reconstituir, resumidamente, a análise que Schmitt faz do modo como foram progressivamente normatizadas as relações internacionais ao tempo do chamado jus publicum europaeum, notadamente do modo como o mais deslavado cinismo político fez com que avançasse, progressiva e paradoxalmente, a regulamentação da política interestatal e a constituição de um verdadeiro direito das gentes. Na terceira parte, o artigo sugere que a filosofia da história, notadamente na versão kantiana, pode, de algum modo, conciliar a abordagem normativista das relações internacionais com a análise positiva, ou, como Schmitt certamente preferiria, existencial das relações políticas entre os Estados

  4. CINEMA (E FILOSOFIA) OU COMO ESTIMULAR O PENSAMENTO PELA IMAGEM

    OpenAIRE

    Alexandre e Castro, Paulo; CEHUM - Universidade do Minho CFUL - Universidade de Lisboa CIAC - Universidade do Algarve

    2016-01-01

    Este artigo pretende alertar para a importância da utilização do cinema em contexto de sala de aula (seja de filosofia, de literatura, de artes visuais ou outras) como fator fundamental para a estimulação do pensamento reflexivo e crítico e a aquisição de conteúdos programáticos. Sendo em si mesmo o cinema uma forma de arte que contem outras formas de arte como a literatura, a música, a fotografia, (etc.), estão criadas as condições para uma interdisciplinaridade com outras áreas do saber. As...

  5. Tomás de Aquino: filosofia e pedagogia = Thomas Aquinas:philosophy and pedagogy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Jean Lauand

    2012-01-01

    Full Text Available O artigo discute a conexão ente filosofia e educação em Tomás de Aquino. Em sua antropologia filosófica, destacam-se três aspectos de grande atualidade para a educação hoje: a valorização da matéria no ser do homem, a primazia da virtude da prudência entre as virtudes cardeais e a philosophia negativa (e theologia negativa. A intrínseca união entre espírito e matéria, anima forma corporis tem também importantes consequências pedagógicas, tanto para a educação intelectual quanto para a moral. E está na base de seu De prudentia, que pressupõe também sua perspectiva negativa.This article discusses the connection between philosophy and education in Thomas Aquinas. In his Philosophical Anthropology there are three aspects very important for education today: the affirmation of matter as an essential in human being, the primacy of prudentia over the cardinal virtues and his philosophia negativa (and theologia negativa. The intrinsec union spirit-matter, anima forma corporis has important pedagogical consequences, both in intellectual and in moral education. And it is the basis for his Treatise On Prudence, which presupposes his negative perspective too.

  6. Três lições de filosofia da educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kohan Walter Omar

    2003-01-01

    Full Text Available O presente trabalho busca pensar o valorde O mestre ignorante como exercício de filosofia da educação, em particular contrapondo-o a um modo, dominante, de exercer esse saber no seio de nossas instituições. Trata-se de uma história singular, pela qual todo mestre pode se perguntar por que e para que ensina; e, o que é ainda mais importante, pela qual pode questionar-se que diabos está fazendo consigo mesmo e com os outros, a cada vez que se veste de mestre em uma sala de aula. Depreendemos, desse exercício, três lições: a o mais natural, evidente e aceito socialmente acaba sendo, filosoficamente, o mais problemático; b somente pelo paradoxo, entranhados no lodo paradoxal, podemos encontrar algum sentido na educação; c só há uma educação que vale a pena: a que emancipa (sem emancipar. Quem não deixa que os(as outros(as se emancipem embrutece.

  7. O problema da legitimidade da História da Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martial Guéroult

    1968-09-01

    Full Text Available A legitimidade da história da filosofia é periodicamente colocada em dúvida. Essa dúvida se inspira, essencialmente, quase sempre nos mesmos sentimentos: sentimento ingênuo de que a filosofia se assemelhe à ciência, e que, como a única ciência válida é sempre a mais recente, a única filosofia válida deveria ser também a mais recente; sentimento ingênuo de que qualquer filosofia só é possível pe-la negação, até mesmo pela ignorância das doutrinas passadas, visto que ela parte do ato livre de uma reflexão autônoma mais ou menos genial .

  8. The question of “being” in African philosophy | Ogbonnaya | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 3, No 1 (2014) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  9. Pela afirmação da importância da Filosofia no Ensino Médio brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2015-08-01

    Full Text Available A proposta deste artigo consiste em demonstrar os benefícios que o ensino de Filosofia para jovens pode ofertar na formação cultural destes, concedendo-lhes instrumentos para que venham a desenvolver uma postura crítica perante a realidade e a ordem social vigente. Pretende-se argumentar que o ato de filosofar, em sua essência, não é exclusividade de uma classe de seres humanos amadurecidos, conforme alguns núcleos conservadores do pensamento filosófico tendem a considerar, demonstrando assim uma visão de mundo conservadora e insensível aos problemas educacionais que afligem a cultura nacional.

  10. Administração participativa como filosofia para o gerenciamento de sistemas de informação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmeire Cristina Pereira

    Full Text Available Este artigo aborda, no atual contexto de transformações da sociedade do conhecimento, vários aspectos da administração participativa, concebida como uma filosofia para o gerenciamento dos sistemas de informação. Observa-se a necessidade de desenvolver informação, treinamento e comunicação, da parte das organizações, por meio desse novo paradigma de liderança. Tal proposta è situada na evolução das grandes tendências de pensamento e atualizada em função do desenvolvimento das redes e sistemas de informação. Em conclusão, sugerem-se alguns princípios elementares para redesenhar as atividades dos gestores da informação ou do conhecimento.

  11. A renovação fichteana da filosofia da imagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christoph Asmuth

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo pretende apresentar ao público brasileiro a leitura sobre a filosofia fichteana do Professor da Technische Universität Berlin, Christoph Asmuth, sobre um tema específico do pensamento de Fichte, a teoria da imagem. O texto foi originalmente apresentado como palestra no Departamento de Filosofia da UnB em 2014, como parte do projeto Douta Ignorância, coordenado pelo docente Herivelto Souza.

  12. Elementos para uma filosofia universal da biologia: vida e a origem da ordem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Paola Alabi

    2015-06-01

    Full Text Available O Darwinismo Universal foi um conceito desenvolvido por Richard Dawkins em 1983. Ele responde positivamente à conjectura “Se existe vida fora da Terra, os organismos evoluem como os seres vivos da Terra?”. Por implicar em uma pergunta empírica, testável apenas quando encontrarmos vida extraterrestre, ela pode ser reformulada nos seguintes termos: “se existe vida fora da Terra, conseguiríamos detectá-la utilizando ferramentas baseadas no Darwinismo Universal?”. Cabe avaliar se a complexidade adaptativa centrada na seleção natural seria suficiente para explicar a evolução orgânica em qualquer parte do universo. O próprio Charles Darwin defendia um pluralismo explicativo para a evolução. Aqui, a proposta é discutir uma definição geral de vida não fundamentada exclusivamente na ideia de seleção natural mas incluindo conceitos como a auto-organização, que explica a emergência da ordem biológica a partir de características intrínsecas dos sistemas físico-químicos. O darwinismo estendido é um possível quadro teórico que busca uma compreensão universal da vida como um fenômeno emergente no intuito de reabilitar a universalidade e autonomia biológica, tendo como norte diferentes mecanismos evolutivos. Assim, abre-se um novo nicho epistemológico, que permite desenvolver uma visão plural para a filosofia da biologia.

  13. La questione del mistero umano nella filosofia della formazione

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola PASCUCCI

    2009-10-01

    Full Text Available SOMMARIO: In questo lavoro, la sofi/a (sophía e la Bildung sono interpretate come i due cardini di un discorso che riguarda l’essere umano inteso come possibilità significante. Bildung e Umbildung vengono problematizzate in relazione al significare del mistero umano. La questione del mysterium hominis è trattata, all’interno della filosofia della formazione, in riferimento al significato originario del greco mystèrion sino all’interpretazione pedagogica dell’esperienza ebraico-cristiana del Mmistero di Dio (Mysterium Dei.ABSTRACT: In this work, the sofi/a (sophía and the Bildung are interpreted as the two poles of a speech which regards the human being understood as a significant possibility. Bildung and Umbildung gets problematic in relation to the meaning of the human mystery. The question of mysterium hominis is dealing, inside the philosophy of formation, referring to the original greek meaning of mystèrion until the christian-hebrew experience of uncreated Mmystery (Mysterium Dei. Key words: philosophy, Bildung, Umbildung, mýo-sphere, mystery, mystification, truth, doubt, irony, astonishment, mystical theology.SOMMAIRE: Dans cette oeuvre, la sofi/a (sophía et la Bildung sont interprétées comme les deux pivots d’une discussion qui concerne l’être humain entendu comme possibilité signifiante. Bildung et Umbildung sont rendues problématiques par rapport au signifié du mystère humain. La question du mysterium hominis est traitée, dans la philosophie de la formation, par rapport à la signification originelle du grec mystèrion jusqu’à l’expérience judéo-chrétienne du Mysterium Dei.

  14. Budisme zen, psicoanàlisi i filosofia. Una trobada des de l'ètica

    OpenAIRE

    Roca Jusmet, Luis

    2011-01-01

    Budisme zen, psicoanàlisi i filosofia ha fracassat perquè s'ha formulat en els termes de comparar discursos totalment heterogenis. La proposta és establir la relació sobre la base dels seus pràctiques, enteses com ètiques en el sentit de proposar un bon viure. Per dur a terme aquest plantejament em centro en l'Escola Soto Zen, la psicoanàlisi lacaniana i la filosofia entesa com a forma de vida (Pierre Hadot) o com a art de viure (Foucault).

  15. History and Philosophy of Science: a Phylogenetic approach História e filosofia da ciência: uma abordagem filogenética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    James G. Lennox

    2001-12-01

    Full Text Available In the aftermath of Thomas Kuhn's The structure of scientific revolutions, there was a great deal of discussion about the relationship between the History of Science and the Philosophy of Science. A wider issue was at stake in these discussions: 'normativism' versus 'naturalism' in Epistemology. If the History of Science, at best, gives us reliable information about what actually occurred historically, how can it inform debates about such things as confirmation or explanation in Philosophy of Science? This essay makes a case for the centrality of historical investigation in the Philosophy of Science. I will defend what I term the 'Phylogenetic' approach to the Philosophy of Science. I will argue that since the foundations and dominant methods of a particular scientific field are shaped by its history, studying that History can give us considerable insight into conceptual and methodological problems in a particular Science. The case will be made both on general, philosophical grounds, and by compelling instantiation.A publicação de A estrutura das revoluções científicas de Thomas Khun resultou em uma grande discussão sobre a relação entre a história da ciência e a filosofia da ciência. Nessa discussão, o que estava em jogo era algo bem mais abrangente, isto é, o 'normativismo' versus o 'naturalismo' em epistemologia. Se a história da ciência, na melhor das hipóteses, nos dá informações confiáveis quanto ao que realmente ocorreu historicamente, como é que ela pode auxiliar os debates da filosofia da ciência sobre aspectos tais como confirmação e explicação? O presente artigo defende a centralização da investigação histórica para a filosofia da ciência. O autor defende o que ele chama de abordagem 'filogenética' à filosofia da ciência, argumentando que, uma vez que a as bases e métodos que prevalecem em uma área científica são moldados pela sua história, estudar esta história pode esclarecer

  16. A modernidade e a filosofia da história em Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Armani

    2008-04-01

    Full Text Available Investigamos, neste artigo, a construção da filosofia da história kantiana e como ela se relaciona com a modernidade enquanto perspectiva de tempo futuro. Nossa intenção é pensar o tempo histórico em suas dimensões passadas do passado e do futuro, evocadas por Kant.

  17. “Ibuanyidanda” and the philosophy of essence 1 | Asouzu | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 1, No 1 (2011) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  18. Filosofia e pensamento social russo: continuidades depois da Revolução de Outubro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galin Tihanov

    Full Text Available Resumo Neste ensaio estudo as continuidades que permeiam - frequentemente escondidas sob mudanças políticas dramáticas - o cenário da filosofia e do pensamento social no período soviético, da Revolução de Outubro, em 1917, à queda da URSS em 1991.

  19. HUME E O EMPIRISMO NA MORAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Naves de Brito

    2007-12-01

    Full Text Available O que pretendo defender neste texto é que uma posição empirista na moral é compatível com uma pretensão de validade intersubjetiva de juízos morais. Essa pretensão deve, nesse caso, estar calcada na naturalização dos fundamentos da moralidade, mas tem de conviver com limites acerca da justificação de enunciados de valor. Para defender esse ponto, sirvo-me da filosofia moral de Hume, como ele a expôs no seu texto Uma investigação sobre os princípios da moral. No que diz respeito à filosofia de Hume, o objetivo deste texto é explicitar o caráter empírico seja de seu método de investigação da moral, seja do princípio que para ela ele encontra.

  20. CONTRIBUIÇÃO DA FILOSOFIA DA MICROBIOLOGIA PARA FUNDAMENTAR A ZONA RELACIONAL DO PERFIL CONCEITUAL DE VIDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Ângelo Coutinho

    Full Text Available Discute-se, neste estudo, como as reflexões da filosofia da Microbiologia podem contribuir para fundamentar a zona relacional do conceito biológico vida e os benefícios que traria para o aprendizado dos alunos em virtude de sua utilização em sala de aula. A partir da definição do conceito vida como adaptação flexível, argumenta-se sobre a possibilidade de que o ensino em Biologia seja sintético ao invés de meramente analítico. Para alcançar esse objetivo, fundamenta-se na zona relacional do conceito vidae se discute de que formas as consequências dessa fundamentação podem contribuir para a prática do ensino em Biologia. Simultaneamente, espera-se contribuir para reforçar o programa de pesquisas sobre perfis conceituais, uma vez que isso trará consequências positivas para a compreensão dos aspectos ontológicos e epistemológicos das zonas do perfil de um conceito científico.

  1. O lugar da filosofia civil e a classificação das ciências segundo Hobbes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delmo Mattos

    2010-09-01

    Full Text Available A filosofia civil ocupa um lugar de destaque no sistema filosófico de Hobbes. Compreende a sua reflexáo das disposições e costumes dos homens, isto é, a ética, os deveres civis e a política. No entanto, a filosofia civil constitui apenas uma parte da elaboraçáo sistemática da filosofia hobbesiana, que contêm, além da sua reflexáo política, importantes apontamentos sobre a física e a geometria. Neste artigo, buscaremos examinar o modo como Hobbes posiciona as diferentes partes que compõem o seu sistema filosófico, a fim de tornarmos explícito o lugar que a filosofia civil ocupa no seu empreendimento filosófico.

  2. Didáctica da Filosofia: Educação para a Autonomia da formação do Pensamento

    OpenAIRE

    Barroso, Paulo

    2010-01-01

    Uma criança de seis anos pode ou não usar e compreender os conceitos abstractos de “liberdade”, “verdade” ou “justiça”? A resposta a esta questão pode, por um lado, ser orientada se tomarmos como exemplos as histórias infantis que as crianças conhecem, por outro, ser explorada se tomarmos a Filosofia como prática de aprendizagem básica para a formação e desenvolvimento de um pensamento correcto, crítico e criativo. Por exemplo, na história da Branca de Neve, de Jacob Grimm, uma criança pod...

  3. Filosofia schopenhaueriana e literatura machadiana: em torno do conto "Noite de almirante" Schopenhauerian philosophy and Machadian literature: around the short story "Noite de almirante"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Lopes Barboza

    2000-01-01

    Full Text Available Trata-se neste artigo de mostrar como se dá a recepção de alguns elementos da filosofia schopenhaueriana, como a oposição entre intelecto e vontade, na literatura de Machado de Assis. Com efeito, examinado o conto "Noite de almirante", pode-se dizer que a personagem Genoveva faz as vezes da vontade, ao passo que Deolindo é guiado pelo intelecto.This paper deals with the reception of some elements of Schopenhauerian philosophy, such as the oposition between intellect and will, in the literature of Machado de Assis. Indeed, if we examine the short story "Noite de almirante", we can see that the character Genoveva represents the will, while Deolindo is guided by the intellect.

  4. [The teaching of history at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil].

    Science.gov (United States)

    Ferreira, Marieta de Moraes

    2012-06-01

    This work analyzes the trajectory of the history course at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil between 1939 and 1964/1965. Special emphasis is placed on the period between 1955 and 1965, when there was the separation of the history and geography courses, through to the onset of the reorganization of the schools and institutes of the university. The Faculdade Nacional de Filosofia was a benchmark for the other schools of philosophy in the country, as well as being a reference in the development of the history of education in Brazil. The approach adopted is geared to the field of the history of the historiography, with a focus on the study of the trajectories, institutions and relationship networks.

  5. Filosofia e criação na escola: entre estrato e linha de fuga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Miranda de Paiva

    2016-01-01

    Full Text Available Abstract: This text aims to deliberate about the power of school as stratum, even though they constitute one of the micropowers that, through discipline, punishment and examination, conforms bodies and subjectivities, can, however, become condition of another school as plant ideas such as studio experimentation. It is deliberated the deleuzian concept of virtual possibilities of thinking about creation in school, unlike the catastrophic thoughts about his impending end, as well as their inadequacy to the present time. The juncture point of these two angles is constituted by a statement about the strata in A Thousand Plateaus: “Isn’t it required to save a minimum of layers, a minimum of forms and functions, a minimum of subjects to extract material affects, and assemblages?” (DELEUZE; GUATTARI, 1997, p. 60.

  6. A questão de eros na filosofia do cuidado com o corpo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enéas Rangel Teixeira

    2006-01-01

    Full Text Available En el presente artículo se elabora una reflexión teórica y filosófica, cuyo objetivo principal fue reflexionar sobre el concepto de Eros - el cual envuelve el deseo, el afecto y la estética en las prácticas del cuidado con el cuerpo. Este trabajo constituye una síntesis de algunas reflexiones provenientes de trabajos que incluyen la subjetividad y la estética del cuidado. Fueron realizadas relaciones entre las siguientes categorías: la sensibilidad, la estética, lo relacional y la transdisciplinariedad. Se pudo concluir que el enfoque estético aunado a la ética puede ser transformador, ya que remite a lo sensible y a la subjetividad, creando así rupturas con antiguos modelos desubjetivados del cuidado.

  7. Teoria da motivação humana na filosofia natural de Hobbe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Leivas

    2007-01-01

    Full Text Available Compreender de forma clara e sucinta como a teoria da sensação de Hobbes articula e engendra sua teoria da motivação, essa constituída pelas afecções (paixões, deliberação, vontade e ação, é o que pretendemos com o presente estudo.

  8. A união da alma e do intelecto na filosofia de Plotino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo G. S. L. Brandão

    2007-12-01

    Full Text Available Um dos aspectos mais importantes do sistema ético de Plotino é sua doutrina da união da alma e do Intelecto: essa união é o objetivo das práticas de purificação, o topo da prática dialética e a base da experiência mística. Mas, sendo inferior ao Intelecto, como é possível à alma alcançar essa união? Este artigo é uma tentativa de buscar a explicação plotiniana desse problema.One of the most important features of Plotinus' ethical system is his doctrine of the union between soul and Intellect: this union is the goal of purification procedures, the summit of dialectic practice and the basis of mystical experience. But, being inferior to Intellect, how is it possible for the soul to achieve this union? This paper is an attempt at searching for the plotinian explanation for this problem.

  9. Aspectos do conceito de Utopia na filosofia antropofágica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Leite Costa

    2012-07-01

    Full Text Available DOI: 10.12957/periferia.2011.3413O artigo busca apresentar a antropofagia filosófica de Oswald de Andrade, a partir de aspectos do conceito de Utopia desenvolvidos pelo autor em uma série de ensaios e teses escritos nas décadas de 1940 e 1950.

  10. Algumas considerações sobre psicopatologia na filosofia de Merleau-Ponty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Georgetti Vieira

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo é destacar considerações de Merleau-Ponty sobre psicopatologias que revelam a experiência do corpo próprio como uma dimensão primordial de sentido. Valendo-se da psicanálise freudiana, que teria ao mesmo tempo elevado à ordem do sentido percebido o que, de acordo com a tradição, era considerado de ordem fisiológica (a sexualidade, e encarnado o que, também de acordo com a mesma forma de pensamento, era considerado de ordem espiritual (o pensamento, Merleau-Ponty elabora uma concepção concreta de existência, que evita a dicotomia cartesiana entre corpo e alma, ou entre orgânico e psíquico.Some considerations on psychopatology in Merleau-Ponty philosophy. The present paper aims at stressing MerleauPonty's considerations about the psychopathologies that reveal one's own body experience as a primeval dimension of the senses. Merleau-Ponty elaborated a concrete conception of existence and avoided the Cartesian dichotomy between body and soul, or between the organic and the psychic. He did that by using Freudian psychoanalysis, which had both promoted what was traditionally considered physiological (sexuality to the category of perceived sense, and embodied what was traditionally considered spiritual (thought.

  11. O ensino de filosofia e a criação de conceitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Gallina

    Full Text Available Ao pensar as linhas e os traçados do ensino em filosofia, tem-se que levar em conta que esta atividade pedagógica deve se constituir numa atividade filosófica e, ainda dependendo da concepção de atividade filosófica, que devemos modificar significativamente a própria concepção do que consiste o ensino e a aprendizagem em filosofia. Neste sentido, torna-se importante esclarecer em que consiste a atividade filosófica para se mapear os territórios do ensino em filosofia. Tarefa esta que nos propomos a partir da contribuição do filósofo francês Gilles Deleuze, o qual, em seus inúmeros escritos, afirma que a atividade do filósofo implica uma dimensão de criação: criação de conceitos.

  12. Ensino de Filosofia e cidadania: uma abordagem a partir de Gramsci

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renê José Trentin Silveira

    Full Text Available Pretende discutir a relação entre ensino de Filosofia e preparo para a cidadania. Inicialmente, procura-se identificar e problematizar a concepção oficial dessa relação por meio do exame da Constituição Federal, da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN para o Ensino Médio. Verifica-se nesses documentos a presença de uma concepção liberal de cidadania, entendida como exercício consciente de direitos e deveres e como preparo para o ingresso no mercado de trabalho, em nome da qual se justifica, do ponto de vista oficial, a inclusão obrigatória da Filosofia no currículo. Num segundo momento, busca-se contrapor a esta noção de cidadania uma outra, fundamentada em Antonio Gramsci, para quem uma escola verdadeiramente democrática deve ser capaz de transformar todo cidadão em governante. Finalmente, discutem-se algumas implicações dessa noção gramsciana da cidadania para a prática do ensino da Filosofia.

  13. Caracterização da filosofia educacional do corpo docente da FUELCharacterization of educational philosophy faculty FUEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Silva O. Carvalho

    1981-11-01

    Full Text Available Acredita-se que a caracterização de filosofia educacional de um corpo docente universitário possa subsidiar os departamentos, os centros e a própria universidade nos processos de definição e operacionalização dos seus objetivos educacionais. Com esse fim efetuou-se um estudo exploratório na Fundação Universidade Estadual de Londrina, do qual participaram vinte por cento do seu corpo docente. Baseado na descrição das correntes fllosófico-educacionais propostas por George F. Kneller em sua obra Introdução à Filosofia da Educação (1966 organizou-se um questionário com escalas bipolares, que permitiu a cada respondente expressar sua aprovação ou desaprovação, em graus diversos, a cada um dos princípios filosófico-educacionais. No instrumento, os princípios não eram identificados com as respectivas correntes, a fim de se evitar o "efeito de Halo". O trabalho apresenta os princípios dominantes tanto na Universidade como nas áreas de estudo, nas categorias "concordo muito", "discordo muito", e nas intermediárias. Verificou-se que a corrente filosófico-educacional mais representativa do modus operandi do corpo docente da Universidade é da PROGRESSIVISMO com um total de 212 escolhas. Com menor número de preferências vem o PERENIALISMO, seguido de RECONSTRUCIONISMO e ESSENCIALISMO.; O princípio do "progressivismo" que melhor caracteriza o pensamento didático do corpo docente é: "Considerando que o indivíduo aprende de acordo com os seus próprios meios e interesses, o papel do professor não é o de dirigir, mas de orientar a aprendizagem".It is said that the characterization of the educational philosophy of a university teaching staff may help the departments, the centros, and the university itself in the processes of defining and producing their educational objectives. Thus, in order to find out which was the most representative educational-philosophic current in the university, an exploratory study was carried out

  14. Na alvorada de um sport

    OpenAIRE

    Sartori, Carina

    2013-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em História, Florianópolis, 2013 Em Florianópolis, a primeira Sociedade de Regatas organizada, meados do século XIX, contaria com a participação dos Coronéis da Marinha e da Escola de Menores e Marinheiros da Canhoneira. Na virada do século, a fundação do Clube 29 de Abril permitiria que as atividades relacionadas ao Remo fossem oferecidas a todos que se associ...

  15. Filosofia, tecnologia e tecnocracia: uma análise conceitual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando de Morais Firmino

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo faz uma reflexão sobre os conceitos de Tecnologia e de Tecnocracia, a partir da ótica filosófica. Desenvolveu-se no contexto de um projeto de pesquisa, realizado por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio – PIBIC-EM no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – Câmpus Cajazeiras, encontrando-se em fase de conclusão. O objetivo do referido projeto é analisar e socializar discussões sobre a técnica e a tecnologia a partir de um viés filosófico. Salientase que o projeto foi desenvolvido por aluno de curso técnico integrado ao ensino médio, com o intuito de aproximação dos conceitos em questão. Optou-se pela investigação do tipo bibliográfica, a partir do diálogo com teóricos como Dusek, Lévy, Platão, entre outros. Com base na análise feita, chegou-se a alguns achados: primeiro, não se pode desconsiderar, na conceituação de técnica, características humanas, como a razão, a liberdade, a criatividade, o discernimento, a escolha e a ambição, aspectos necessários para facilitar a condição e o trabalho humano. Segundo, a técnica está amplamente ligada à tecnologia, pois aquela precede a criação desta e participa de sua utilização. E, por fim, o complexo sistema tecnocrático só pode de fato existir na presença constante das técnicas, mas compreende-se que o governante fundamentalmente tecnocrata é também, na verdade, um estudioso, um aluno. Para que tal governante exista, é necessária uma educação bem fundamentada e completa. Essa é exatamente a relação entre técnica, tecnologia e tecnocracia.

  16. Filosofia e investigação para a paz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicent Martínez Guzmán

    2012-10-01

    Full Text Available Como seres humanos, temos competências para organizar as nossas relações, fazendo uso da guerra e de qualquer outro tipo de violência estrutural, cultural ou simbólica, que suponha a marginalização, exclusão e morte de uns seres humanos por outros e a degradação do ambiente. Mas também é certo que temos competências para organizar as nossas relações de forma pacífica: exprimindo ternura ou carinho nas relações interpessoais ou criando instituições de governação locais, estatais ou globais que promovam relações humanas baseadas na justiça e relações com a natureza baseadas na sustentabilidade. Neste contexto, o desafio filosófico dos estudos para a paz é a reconstrução normativa das nossas competências para fazer as pazes.

  17. Os princípios da filosofia política de Rousseau: vontade geral e sentimento moral no debate sobre a universalidade dos direitos humanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Maruyama

    2010-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2010v9n1p1 A idéia do contrato social na obra de Rousseau exige a elaboração de uma teoria da subjetividade. A concepção da consciência moral, assim como as idéias gerais de ordem, bem e justiça, podem ser consideradas como partes da estratégia do autor visando formular uma nova racionalidade para o direito político, fundada no princípio da vontade geral. Seus princípios não são princípios a priori da reta razão, como aqueles sobre os quais se fundavam as teorias do direito natural, nem tampouco estão desvinculados dos sentimentos morais. Com a teoria da vontade geral, Rousseau incorpora à filosofia política e jurídica a idéia de que a razão, a linguagem e as paixões se articulam, propondo uma nova teoria contratual que pretende dar conta ao mesmo tempo da diversidade dos povos e dos princípios universais. A idéia geral dos direitos do homem resulta, então, das considerações acerca de sua historicidade, atreladas à investigação sobre a linguagem. Esse percurso revela-nos as influências da Filosofia das Luzes nas concepções contemporâneas dos direitos humanos, seu estudo trazendo contribuições para o debate sobre a universalidade desses direitos.

  18. Reflexões e perspectivas sobre a inclusão e exclusão da disciplina de Filosofia no currículo escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Aparecida Batista

    2017-08-01

    Full Text Available este artigo por meio de pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa tece algumas reflexões acerca da problemática da inclusão e exclusão da disciplina de Filosofia no currículo escolar. O ensino da filosofia no Brasil tem suas origens no período colonial, perpassando pela ditadura militar, quando a mesma foi extinta das grades curriculares, pelo período da redemocratização, onde se deu a re-inclusão da disciplina como optativa e posteriormente como obrigatória, bem como da reforma do ensino médio, via Medida Provisória (MP nº. 746/2016, que trata da exclusão da disciplina no currículo escolar.  Neste sentido, há um entendimento de que este processo se dá por influencia das relações de poder embutidas no currículo, visto que o mesmo não é um elemento, simples programa ou quadro de conteúdos, mas, sobretudo um instrumento permeado por lutas e disputas hegemônicas que reflete o interesse da ideologia dominante, bem como da importância da disciplina na formação do pensamento reflexivo, autônomo, crítico e emancipatório. Como resultado evidenciou-se que a inclusão e exclusão da disciplina ocorrem por influencia das relações de poder embutidas no currículo escolar, de modo a atender interesses ideológicos e hegemônicos, independente das contribuições sociais e humanas da disciplina.

  19. Ciências da Linguagem e Filosofia: uma análise das relações entre Linguística, Psicolinguística e Neurociências sob a ótica da Filosofia da Mente = Language Sciences and Philosophy: analyzing the relations between Linguistics, Psycholinguistics and Neurosciences under a Philosophy of Mind point of view

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferrari-Neto, José

    2012-01-01

    Full Text Available Algumas questões relativas à interface entre Linguística, Psicolinguística e Neuro-ciências são apresentadas e discutidas, em especial os problemas da incomensurabilidade ontológica e da granularidade (Poepp el e Embick, 2005, os quais ganham novos contornos quando considerados à luz do Problema da Redução na Filosofia da Mente (Heil, 1998; Teixeira, 2000. Dessa perspectiva, ambos os problemas são analisados a partir de propostas de solução do Problema da Redução formuladas no âmbito das teorias filosóficas da identidade, do reducionismo, do funcionalismo e da superveniência. Avalia-se a pertinência dessas propostas no que concerne à incomensurabilidade e à granularidade, ambas tomadas como fundamentais no estudo das possíveis interfaces entre as ciências da linguagem

  20. Aproximações de Roger Bastide, Jean Paul Sartre e Simone de Beauvior com o cinema de Orlando Senna: influências da Filosofia e Sociologia nas telas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Alberto Gottwald Junior

    2015-02-01

    Full Text Available Em autobiografia, Orlando Senna descreve a importância dos trabalhos de Bastide, Beauvoir e Sartre para sua produção cinematográfica. Essa pesquisa buscou mapear os diálogos que o cineasta faz com o pensamento filosófico existencialista e as aproximações com a sociologia de Bastide no filme Iracema: uma transa amazônica, produzido em conjunto com o produtor Jorge Bodanzky. Dessa forma, foi possível perceber que as leituras construídas no roteiro fílmico e nas ações dos atores indicam a presença da filosofia existencialista atrelada ao pensamento feminista e marxista, o que revela a preocupação em caracterizar o pensamento filosófico dos autores no filme. Por outro lado, a preocupação em retratar a mulher negra e a aproximação de Bastide e Senna com o candomblé reitera a aproximação temática na produção. Assim, verifica-se a posição do cineasta como intelectual de esquerda, produtor de cultura que embasa seu trabalho na Filosofia existencialista.

  1. Filosofia da práxis, em Antonio Gramsci

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Michelis

    2017-08-01

    Full Text Available Em plena crise da política, em suas várias formas desenvolvidas a partir da Modernidade, este artigo tem por objetivo  mostrar que as análises de A. Gramsci não estão superadas em sua essência, antes, porém, apontam para aquilo que, na realidade, ainda precisa ser concretizado. Essas análises permanecem sempre verdadeiras se nós as associamos à ideia da necessidade de solidariedade e de partilha ao ser humano, na condição de animal político, somado a tudo aquilo que os torna diferentes. Os intelectuais orgânicos, supondo-se que possam dar uma contribuição à cultura e à sociedade, são responsáveis por criticar e desconstruir as concepções de mundo que já não são atuais, mas apenas se prestam à conservação do status quo  excludente. Teoricamente, eles têm o papel de antecipar e alavancar ações próprias e coletivas para um processo histórico real que conduza dialeticamente a uma situação de justiça formal e substancial. O próprio Gramsci foi, exemplarmente, um desses intelectuais que pagou um custo com a própria vida, a fim de manter a unidade entre teoria e prática.

  2. Notas sobre o problema da explicação e da experiência no ensino da Filosofia Notes on the problem of explanation and experience in the teaching of Philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pelloso Gelamo

    2010-08-01

    Full Text Available Apesar do esforço dos defensores do ensino da Filosofia para que essa disciplina volte a fazer parte do Ensino Médio, observamos, atualmente, seu abandono nos cursos universitários. Notamos que hoje, na sociedade normalizada e no espaço educacional, não é mais valorizado o desenvolvimento integral do pensamento, mas a transmissão de uma série de conteúdos que, supostamente, dão condições para a integração do estudante no quadro do progresso tecnológico e proporcionam sua entrada no mercado de trabalho. Circunscrevendo-se nesse contexto, neste texto pretende-se investigar o espaço em que o ensino da Filosofia se desenvolve na atualidade. Delineando os contornos de um problema que emerge nos espaços institucionais universitários onde o ensino da Filosofia ainda persiste, procurou-se evidenciar em que bases a Filosofia é ensinada. Procurou-se, ainda, compreender quais consequências os modos de compreender o ensino da Filosofia trazem para o aprendizado do filosofar. Uma consideração a que se pode chegar, a partir deste estudo, é a de que o ensino da Filosofia além de não privilegiar, e muitas vezes negar, a experiência de pensamento que o aluno pode fazer e ter com o texto filosófico, contribui para o empobrecimento dessa mesma experiência do e com o filosofar.Despite the efforts of the proponents of the teaching of Philosophy to have the subject back into the Secondary School curriculum, we watch nowadays its neglect in higher education. We observe that today, in this normalized society and in the educational sphere, the integral development of thinking is no longer valued, in favor of the transmission of a series of contents which supposedly allow the student to fit into the picture of technological progress and gain access to the labor market. Centering on this context, the present text intends to investigate the space in which the teaching of Philosophy evolves today. By sketching the contours of a problem that

  3. GIORGIO AGAMBEN E A FILOSOFIA DA COMUNIDADE NEGATIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonnefer F. Barbosa

    2015-07-01

    Full Text Available Este artigo pretende estabelecer uma digressão crítica emtorno dos conceitos de comunidade e soberania, tomando comoreferência conceitual as análises de Giorgio Agamben, em suaparticular recepção do conceito de “comunidade negativa”,formulado por Georges Bataille e retomado por Maurice Blanchotem “La Communauté inavouable” (1983 e Jean-Luc Nancy em “Lacommunauté desoeuvreé” (1986. A pesquisa exporá a influênciadestes ensaios na hipótese teórica de “La comunità che viene”(1990, contextualizando o abandono desta categoria no interiordas obras posteriores de Giorgio Agamben, procurando demarcarde que modo o início da arqueologia agambeniana do paradigmada soberania é antecipado por uma ruptura em relação àconstelação de conceitos do debate sobre a comunidade,problematizando algumas das implicações filosóficas de talrompimento.

  4. O Lugar da Filosofia visado por Platão no íon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Antonio do Nascimento

    2010-10-01

    Full Text Available A presente abordagem é uma pressuposiçáo de que Platáo se ocupa do conteudo da arte mas, com isso, determina a instância da filosofia. Os argumentos do dialogo Ìon sáo entendidos aqui como articulaçáo de um vinculo necesserio entre saber da inspiraçáo divina e saber de arte-ciencia. Indaga-se aqui, como isto se dá?

  5. Markus Ophälders, Filosofia Arte Estetica. Incontri e conflitti

    OpenAIRE

    Camparsi, Andrea

    2017-01-01

    Markus Ophälders presenta un breve ma altrettanto denso lavoro che intende dimostrare come l’estetica non sia una semplice branca della ricerca filosofica, nata nel Settecento e sviluppatasi nei secoli a venire, bensì come lo studio filosofico estetico sia una costante che accompagna la storia della filosofia nella sua interezza. Sebbene l’autore non voglia presentare una minuziosa storia dell’estetica, i tre capitoli di cui è composto il testo si impegnano a porre in rilievo i concetti fonda...

  6. El problema de las filosofías de los pueblos originarios. Un acercamiento desde la filosofía de la liberación; O problema das filosofias dos povos originais. Uma abordagem da filosofia da libertação; The problem of the philosophies of the Original Peoples. An approach from the philosophy of liberation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Alberto Reyes López

    2018-01-01

    demanda central nesta questão continua a ser para poder liberar as vozes da história que foram escondidas por um poder imperial. Na realização das "filosofias dos povos originais", inevitavelmente nos encontramos na redefinição da filosofia como uma atividade essencialmente humana. Palavras-chave: filosofia, povos originais.   Abstrac: In the present work I propose to communicate what I consider to be a radical challenge to the way in which we have been practicing what we have called "philosophy" and which responds to an explicit Eurocentric character from which it has not been able to divest. Because it can not be denied that the question of "the philosophies of the native peoples, that is, the autochthonous philosophies of the different civilizations of humanity, is a frank provocation to what has been considered par excellence as the" contribution "of the West to the world. In what comes to pretend to account for these prejudices that have made it impossible today to fully acknowledge this issue and that the disarming of these ethnocentric prejudices implies the urgency of a critical-liberating philosophy. Because it must be said that the central demand in this issue continues to be to be able to liberate the voices of history that have been hidden by an imperial power. In the achievement of "the philosophies of the original peoples" we inevitably find ourselves in the redefinition of philosophy as an essentially human activity. Keywords: philosophy, original towns.

  7. A poesia como fonte histórica para o estudo da filosofia do direito Poetry as historical source to the study of philosophy of law

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moacyr Motta da Silva

    2010-11-01

    Full Text Available This study aims to demonstrate, from reading the classic poetry of Homero, that its verses, created by the author, form a rich source of topics to Philosophy of Law. So, it is important to detach that the work which was object of this research is a poetry. Homero seems to have it written with the aim of demonstrating that, even in its poetic art, the artist uses the principles of Moral, Ethics, Justice to point that no Society sustains itself in the richness of achieving robbery, treachery, lies. From this universe of themes, the author elaborated the following topics: The Prediction of Tragedy; 2.0 The war between two kingdoms: the first cause; 3.0 First Reading of Moral; Second Reading of Politics; Reading III Poetic Esthetics, Reading IV Symbolic – the balance as an Instrument of Equilibrium; Reading V The Judge; Reading VI About Religious and Society; Reading VII The Poetry of Homero as an educational instrument. This introspective research, developed based on the poetry of Homero, aims to detach topics related to Philosophy of Law.O estudo procura demonstrar, a partir da leitura da clássica poesia de Homero, que os versos produzidos pelo autor constituem uma rica fonte de temas para a Filosofia do Direito. Releva assinalar que a obra pesquisada se constitui de uma poesia. Homero parece tê-la escrita com o objetivo de demonstrar que, até mesmo na arte poética o artista pode valer-se dos princípios da Moral, da Ética, da Justiça para assinalar que nenhuma Sociedade se sustenta na riqueza da conquista por assaltos, traições, mentiras. A partir deste universo temático, o autor elaborou os seguintes tópicos: A predição da Tragédia; 2.0 A Guerra entre Dois Reinados: causa primeira; 3.0 Leitura I Da Moral. Leitura II Da Política; Leitura III Estética poética; Leitura IV O simbólico – a Balança como Instrumento de Equilíbrio; Leitura V Do Juiz. Leitura VI Da Cultura Religiosa e Sociedade; Leitura VII A poesia de Homero como

  8. O Método no Tempo e na Obra de Descartes e a Inspiração Matemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques de Jesus

    2017-02-01

    Full Text Available No presente artigo, aborda-se a questão do método, preâmbulo da filosofia cartesiana. Analisa-se a posição do método no tempo, na filosofia e no caminho intelectual de Descartes; a inspiração matemática: a influência da lógica, da análise dos antigos e da álgebra dos modernos, no que possuem de positivo e válido, sem os seus defeitos e limitações, na constituição do método.

  9. A Experiência filosófica de Merleau-Ponty com uma não-filosofia: por que um diálogo com a psicanálise?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Manzi Filho

    2013-06-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo mostrar como o diálogo de Merleau-Ponty com a psicanálise foi fundamental em sua experiência filosófica. Para isso, devemos responder a uma questão anterior: por que um diálogo com as não-filosofias? Iremos destacar como este diálogo é constitutivo no seu modo de pensar. Trata-se no fundo de uma estratégia: de retomar o que as filosofias do seu tempo haviam excluído do seu interior. Entretanto, daremos privilégio ao diálogo com a psicanálise, isto porque o método psicanalítico e essa estratégia filosófica merleau-pontyana parece convergirem: uma busca arqueológica da relação do corpo consigo mesmo, com o mundo e com outrem. Iremos fazer um breve resumo de como o obscuro, o patológico, o mórbido etc., sempre estiveram presente na sua obra, destacando o papel da psicanálise neste percurso.

  10. Ambiente ecológico e mundo vivido: aproximações possíveis entre a fenomenologia de Merleau-Ponty e a Filosofia Ecológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Balthazar Ramos Ferreira

    2017-05-01

    Full Text Available O problema mente-corpo esteve na base das discussões filosóficas ao longo de grande parte da história do pensamento ocidental. Com relação à Filosofia da Mente, inúmeros foram os trabalhos que divergiram quanto à separação ou não entre a mente e o corpo, a constituição de ambos ou mesmo a existência do primeiro. Nesse trabalho, abordaremos a posição de Maurice Merleau-Ponty quanto ao dualismo em sua obra A Fenomenologia da Percepção, sua saída para superá-lo e a intrínseca relação do homem com o mundo. Quanto a este último aspecto, buscaremos estabelecer um diálogo com a ideia de ambiente ecológico, abordada pela Filosofia Ecológica, apontando os fatores em comum entre os dois pensamentos filosóficos.

  11. A presença de Francis Bacon na Enciclopedia

    OpenAIRE

    Bruna Torlay Pires

    2008-01-01

    Resumo: Este trabalho procura assinalar traços da filosofia de Francis Bacon na Enciclopédia francesa do século XVIII. Estes traços se manifestam nas teses que defendem o intercurso entre avanço técnico e progresso do conhecimento, e o ideal de ciência como conquista indefinida que escapa ao gênio individual, e sobrevive como patrimônio comum da humanidade. Compreensivamente, mostra que o utilitarismo? de Francis Bacon e dos enciclopedistas na verdade se fundamenta na idéia capital de que a e...

  12. Breves considerações acerca da poesia, da filosofia e da crítica literária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Affonso Henrique Vieira da Costa

    2016-07-01

    Full Text Available O trabalho se constitui diante de uma indagação: É possível falar sobre a arte? Ele tem por objetivo tecer considerações em torno da relação existente entre poesia, filosofia e crítica literária.

  13. "USO POLÉMICO DA RAZÃO", OU "PAZ PERPÉTUA EM FILOSOFIA"? SOBRE O PENSAMENTO ANTINÓMICO E O PRINCÍPIO DE ANTAGONISMO EM KANT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonel Ribeiro dos Santos

    2014-01-01

    Full Text Available Fazendo a leitura cruzada de um tardio ensaio de Kant – Anúncio da próxima assinatura de um tratado para a paz perpétua em filosofia (1796 – e da segunda secção do primeiro capítulo da Teoria Transcendental do Método da Crítica da Razão Pura, que leva o título "Disciplina da razão pura em relação ao seu uso polémico", tenta-se identificar e compreender a aparente contradição do programa da crítica kantiana da razão, o qual, se, por um lado, se anuncia com a intenção de resolver os intermináveis conflitos que têm lugar na arena da razão pura, superando o escândalo das aparentes contradições da razão consigo mesma e estabelecendo, enfim, a "paz perpétua em filosofia", por outro, conduz-se mediante um procedimento dialéctico inspirado na retórica judicial, fazendo apelo a um "uso polémico da razão pura", como sendo a forma mais adequada e, na verdade, segundo o filósofo crítico, a única disponível, para neutralizar, seja as pretensões do dogmatismo, seja as do cepticismo a propósito das questões metafísicas. Ao mesmo tempo que a nossa reflexão nos leva a caracterizar a pax philosophica kantiana e as pressupostas homologias entre a solução dos conflitos políticos e a dos conflitos especulativos, chega-se por ela também a reconhecer que toda a filosofia kantiana está originariamente determinada por uma concepção agónica da vida, da sociedade humana, do cosmos, da própria razão.

  14. O poético como lugar privilegiado da filosofia: incursões sobre a linguagem filosófica e poemática.

    OpenAIRE

    Osman, Elzahra M. R. O.

    2012-01-01

     A Kehre, que inicia a assim chamada segunda fase da filosofia de Heidegger, tornou-se, para a filosofia contemporânea, a principal reconsideração da relação entre filosofia da linguagem e poética, tema fortemente conectado à guinada hermenêutica da ontologia. Antes de querer nos ensinar a pensar, Heidegger nos incita ao reconhecimento de que a linguagem é o lugar originário da experiência do Ser. Assim a linguagem teria prevalência sobre qualquer discurso, mesmo o científico, vindo a se torn...

  15. A Filosofia Humanista de Fromm como Ciência do Homem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rainer Funk

    2010-07-01

    Full Text Available O conjunto da obra de Fromm revela que ele estudou Kant, Hegel, Nietzsche, Herbert Spencer, John Stuart Mill e William James, Heidegger, Sartre, Bloch e Habermas, mas nenhum deles marcou seu pensamento de verdade, e nem a filosofia de valores do seu mestre Rickert, em Heidelberg, reflete no seu pensamento. Fromm, porém, se vê profundamente ligado a pensadores como o filósofo judaico Maimônides, como a Cohen e Cassirer, Aristóteles, Espinoza e Marx, mais tarde também a Tomás de Aquino.

  16. A realidade em exercício: um percurso entre filosofia e fotografia

    OpenAIRE

    Conceição, Nélio Rodrigues da

    2013-01-01

    Tese apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Filosofia, especialidade de Estética Esta dissertação debruça-se sobre as relações entre o pensamento filosófico e a fotografia, mediante três eixos que de diferentes modos se entrecruzam: 1) uma exploração de teorias de cariz fenomenológico que abordam a fotografia ou que são por esta invocadas; 2) uma releitura do pensamento de Walter Benjamin sobre a fotografia a partir da noção d...

  17. A teoria da representação como primeiro princípio da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivanilde Fracalossi

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo visa mostrar a contribuição que Reinhold oferece para o Idealismo Alemão, período filosófico subsequente a Kant quando, determinado a encontrar o ponto de partida do qual derive os conhecimentos teórico e moral, não hesita em examinar cuidadosamente todas as filosofias que imediatamente surgem após a dele e, muitas vezes, até se rende a elas, considerando-as mais apropriadas que a sua própria para o alcance daquilo que buscava: um primeiro princípio que vincule o que em Kant estava separado. Para tanto, Reinhold parte do método transcendental kantiano, e, assim, tenta também, numa só tacada, escapar daquilo que Jacobi chamou de subjetivismo absoluto, referindo-se ao método kantiano.

  18. Sobre as afinidades entre a filosofia de Francis Bacon e o ceticismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz A. A. Eva

    2006-06-01

    Full Text Available Este texto se ocupa de um exame, em caráter introdutório, das relações entre a reflexão de Bacon acerca das limitações de nossas faculdades e o ceticismo filosófico - um tema pouco considerado pela literatura mais recente, a despeito das muitas referências a tal filosofia. Ainda que, à primeira vista, tais referências possam parecer vagas e imprecisas, pensamos que um exame adequado de algumas delas pode revelar, não apenas a importância do tema para a compreensão de aspectos do seu próprio empreendimento, mas o interesse de Bacon pela literatura cética contemporânea. As peculiaridades de sua própria interpretação, por sua vez, parecem antecipar traços do modo como essa filosofia foi compreendida por filósofos posteriores, como Hume.This text focuses, in a preliminary way, on the relations between Francis Bacon's reflections on the limits of our cognitive faculties and philosophical skepticism, a theme not much considered by most of recent commentaries, in spite of Bacon's own explicit and numerous allusions to this philosophy. Even if these allusions seem at first sight somewhat loose and not very sharp, some of them reveal, we think, not only its relevance for understanding of some aspects of his own enterprise, but also Bacon's attention to the skeptical literature produced on the period. Moreover, the particularities of his own interpretation of skepticism seem to anticipate important features of the way this philosophy was understood by later philosophers as Hume.

  19. Individualismo, liberalismo e filosofia da história Individualism, liberalism and philosophy of history

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Bachur

    2006-01-01

    Full Text Available O artigo aborda a principal questão da teoria política: a legitimidade. O tema é desenvolvido a partir dos conceitos básicos da filosofia política iluminista: individualismo, liberalismo e filosofia da história, com a ajuda da historiografia conceitual de Reinhart Koselleck, para demonstrar, como resultado, uma aporia política. A articulação específica entre esses conceitos é então utilizada para ler os principais trabalhos de Friedrich August von Hayek, como um exemplo da adaptação desse conjunto conceitual para o neoliberalismo, e, de outro lado, para ler o núcleo da obra de Jürgen Habermas, como exemplo da versão social-democrata dessa adaptação. A conclusão aponta para a teoria de sistemas de Niklas Luhmann como uma possível alternativa à aporia política herdada do arcabouço conceitual do Iluminismo.The paper addresses the main issue of political theory: legitimacy. The theme is developed beginning with the basic concepts of the political philosophy of the Enlightenment: individualism, liberalism and philosophy of history, with the help of the conceptual historiography of Reinhart Koselleck, to point out a political aporia. The specific articulation between those concepts is then used to read the main works of Friedrich August von Hayek, as an example of the adaptation of that framework to neoliberalism and, on the other hand, to read the core of the work of Jürgen Habermas, as an example of the social-democratic version. The conclusion points to the systems theory of Niklas Luhmann as a possible alternative to the political aporia inherited from the basic conceptual framework of the Enlightenment.

  20. O TRADICIONALISMO NA LINGUAGEM JURÍDICA

    OpenAIRE

    Eliane Simões Pereira Bulhões

    2009-01-01

    Este artigo tem como objetivo analisar alguns aspectos do discurso atual do Direito brasileiro. Apoiando-se em pressupostos teóricos do lingüista russo Mikhail Bakhtin (1895-1975), segundo os quais a linguagem é instância ideológica por excelência, presentes na obra Marxismo e filosofia da linguagem, procuramos avaliar a linguagem jurídica como expressão do componente ideológico. Para tanto utilizamos um modelo de petição jurídica colhido em um guia para advogados, o qual nos serve como corpu...

  1. O TRADICIONALISMO NA LINGUAGEM JURÍDICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Simões Pereira Bulhões

    2009-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar alguns aspectos do discurso atual do Direito brasileiro. Apoiando-se em pressupostos teóricos do lingüista russo Mikhail Bakhtin (1895-1975, segundo os quais a linguagem é instância ideológica por excelência, presentes na obra Marxismo e filosofia da linguagem, procuramos avaliar a linguagem jurídica como expressão do componente ideológico. Para tanto utilizamos um modelo de petição jurídica colhido em um guia para advogados, o qual nos serve como corpus representativo da linguagem forense.

  2. Filosofia da tecnologia e educação: conservação ou crítica inovadora da modernidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Antônio da Rosa

    Full Text Available Resumo: O campo dos estudos sobre ciência e tecnologia e seus benefícios na vida das populações está sendo questionado de maneira veemente nos últimos tempos. A justificativa de que o desenvolvimento da ciência e da tecnologia avança de maneira inexorável e neutra caiu por terra, frente às inúmeras confrontações e limites a que ficou exposta essa racionalidade. São muitos testemunhos e mesmo movimentos teóricos que questionam essa crença atualmente. Nesse texto, pretende-se delimitar alguns marcos teórico-conceituais nos quais se desenvolvem tais propostas do ponto de vista de sua relação com a educação. Para isso, parte-se da discussão, proposta por Marilena Chauí, sobre o modo como se constitui a racionalidade moderna e sua forma de apropriação pelas populações através da ideologia do cientificismo. A seguir, a crítica a essa racionalidade é avaliada segundo os preceitos da Escola de Frankfurt, especialmente na visão de Marcuse e Feenberg. Por último, procura-se apresentar alguns fundamentos dos estudos do movimento Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S sobre essas questões, derivando reflexões para o campo da educação. Trata-se de avançar a discussão de suas origens, conforme exposto na filosofia da tecnologia, de Heidegger, a qual acredita ser destino da humanidade viver sob a égide da técnica, em busca de uma outra relação com a realidade, mais em harmonia com a natureza.

  3. Muitos mundos e a interpretação ondulatória: revendo a conexão à luz da filosofia Schorödingeriana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Elisa Murr

    2015-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2015v19n3p343 Este artigo apresenta a interpretação ondulatória de Erwin Schrödinger da mecânica quântica, com o intuito principal de compará-la àquela conhecida como “muitos mundos”, cujo principal expoente é Bryce DeWitt. É comum dizer-se que a Interpretação de DeWitt e de Hugh Everett são equivalentes, e que ambas teriam se inspirado na abordagem ondulatória schrödingeriana. Defendemos que essas visões são superficiais, exigindo um exame mais detalhado dos pressupostos filosóficos envolvidos e outros detalhes que diferem nas três interpretações. Uma conexão pode ser feita a partir da rejeição do colapso, mas mesmo assim é preciso avaliar com cuidado o significado desse termo para os autores. Assim, este artigo evidencia a harmonia da Interpretação de Schrödinger com a sua filosofia, em sentido mais geral. Além disso, o seu afastamentocom relação à interpretação de muitos mundos é mais condizente com os pressupostos filosóficos sustentados por Schrödinger, que concebe um único mundo contendo infinitas possibilidades.

  4. Marxismo e filosofia: algumas considerações sobre os textos políticos Merleau-Pontyanos do pós-guerra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Diniz Mendonça

    1987-01-01

    Full Text Available A tentativa merleau-pontyana de aproximação do marxismo, empreendida nos idos do pós-guerra, é perpassada por constante ambigüidade. Não obstante o propósito do filósofo de se filiar à teoria de Marx, suas análises políticas revelam-se distantes de suas intenções. Concebendo a história como uma "aventura" que escapa a qualquer esquema racional, Merleau-Ponty questiona, desde seus primeiros escritos, a dialética marxista entre lógica e contingência na história. A tensão interna que dilacera os textos do autor nos anos 40, anunciando (e preparando a recusa da teoria da revolução estampada mais tarde nas Aventuras da Dialética, permite indagar se esse desfecho dos anos 50 não teria sido, ao invés de um corte no interior da obra, o resultado necessário dessa tentativa problemática de aproximação do marxismo a partir de categorias que lhe são estranhas (próprias às filosofias da existência e à fenomenologia.

  5. A filosofia assistencial de uma maternidade pública do sul do país sob o olhar de sua equipe profissional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odaléa Maria Brüggemann

    2011-02-01

    Full Text Available Pesquisa descritivo-exploratória com objetivo de avaliar a implementação da filosofia assistencial de uma maternidade de ensino, sob a ótica dos profissionais. Participaram 113 profissionais que atuavam no segundo semestre de 2007. Os dados coletados por meio de questionário foram analisados por estatística descritiva. Do total de respondentes, 51,4% consideram que os 12 princípios são operacionalizados plenamente e 46,8%, parcialmente. Para um elevado percentual (> ou = 70,0%, aqueles relacionados aos direitos dos usuários são mais operacionalizados, seguidos dos que contemplam os aspectos gerais da assistência (> ou = 50,0%. Os que tratam da integração entre os profissionais e os serviços encontram-se entre os menos operacionalizados em alguns setores (< ou = 50,0%. Faz-se necessário conhecer os fatores que interferem negativamente na efetivação de todos os princípios filosóficos, integralmente.

  6. Ensino de filosofia e cidadania nas ''sociedades de controle'': resistência e linhas de fuga Philosophy teaching and citizenship in ''societies of control'': resistance and lines of flight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Gallo

    2010-04-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo problematizar as relações entre ensino de filosofia e cidadania na sociedade contemporânea. Assume a caracterização de Lipovestky dos ''tempos hipermodernos'', baseados na hiperbolização dos três eixos da modernidade: o mercado, o indivíduo e a eficiência técnica. A forma política predominante é aquela que Deleuze denominou de ''sociedades de controle'', operando segundo a lógica da biopolítica, desvendada por Foucault. Recorre a Rancière para mostrar que, nessas sociedades, vivemos mais no âmbito da polícia, como administração do social, do que da política, como acontecimento de uma ruptura. Interroga-se: em que consiste a cidadania? Em afirmar essa sociedade de controle ou em opor resistências a ela, traçando linhas de fuga? Para pensar um ensino de filosofia que seja a prática do pensamento autônomo e criativo, o artigo escolhe a segunda opção, propondo um ensino de filosofia que enxameie saídas, que crie armas de resistências e criação.This paper is aimed at problematizing the relations between philosophy teaching and citizenship in the contemporary societies. It takes Lipovetsky's concept of ''hypermodern times'', based on the hyperbolization of the three axes of modernity: the market; the individual and technical efficiency. The prevailing political form is the ''societies of control'', to use a Deleuzian concept, which works with the biopolitical logics, unveiled by Foucault. The author draws on Rancière's thoughts to show that, in these societies, we live under the social administration of the police, rather than in the field of politics, as in a disupting event. We then ask: what is citizenship? Is it the affirmation of this society of control or a resistance to it, with subjects finding their way out? In order to think about philosophy teaching as practice of autonomous and creative thinking, this paper takes the second option, proposing the teaching of philosophy as

  7. Introdução geral à filosofia da ação em Caguilhem: conceitos, contextos e obras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliano Sfara

    2016-05-01

    Full Text Available Esse artigo é uma introdução geral à filosofia da ação nos trabalhos de Georges Canguilhem. O conceito canguilhemiano de ação define precisamente a superação do livre agir contra as normas abstratas e rígidas. Baseados em 1 diversos manuscritos não publicados (como "Qu'est-ce qu'agir?" ou "Objet et nature de la philosophie" e 2 uma análise geral dos campos metodológicos (estética, filosofia, história da ciência etc. que caracteriza a produção filosófica de Canguilhem, pretendemos esclarecer o alcance teórica desse conceito à luz do contextos histórico e filosófico no qual ele se desenvolveu.

  8. A filosofia sartreana como fundamento da educação Sartre: a possible foundation for educational theory?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bonnie Burstow

    2000-04-01

    Full Text Available A filosofia de Sartre pode ser fundamento para uma educação progressista centralizada no estudante? Sérias críticas são levantadas por alguns estudiosos, que alegam que sua visão das relações humanas é por demais restritiva. Eis a temática que o autor procura esclarecer ao examinar a extensão de tais objeções e a conveniência da filosofia sartreana perante a teoria educacional.Is Sartrean philosophy a possible grounding for progressive student-centered education? Some critics raise serious objections: his view of human relations would be too restrictive, they claim. That's the issue the author tries to clarify by examining the range of those objections and the suitability vis-a-vis educational theory.

  9. O xaxado como dança dionisíaca a partir da filosofia Nietzscheana The xaxado how to dance dionysian from philosophy Nietzschean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Valladão

    2011-06-01

    Full Text Available Tendo como referencial teórico as obras do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, o objetivo deste artigo foi promover uma discussão, sobre como o modelo apolíneo e dionisíaco e o super-homem, se relacionam com o xaxado, proveniente do cangaço. Nesta perspectiva o artigo se divide em duas partes: na primeira, discute temas inerentes à filosofia nietzscheana como transvaloração, super-homem, modelos apolíneos e dionisíacos; na segunda apresenta a alegoria do xaxado como dança dionisíaca, e como este pode ser uma possibilidade para o surgimento do super-homem. Que criaria seus próprios valores, de acordo com sua vontade de potência, seu sentimento de poder.Having as reference theoretical the works of German philosopher Friedrich Nietzsche, the aim of this article was to promote a discussion on how the model Apollonian and Dionysian and the superman relate with the xaxado, from the cangaço. In this perspective the article is divided into two parts: the first discusses issues related to the Nietzschean philosophy as unwethung, superman, Apollonian and Dionysian models. The second presents the allegory of xaxado as Dionysian dance, and how this may be a possibility for the emergence of the superman, that would create its own values, according to his will to power, their sense of power.

  10. Psicologia, Filosofia, encruzilhadas, experimentações: caminhos possíveis no diálogo com Kierkegaard e Foucault

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heliana de Barros Conde Rodrigues

    Full Text Available O presente artigo parte do dilema apontado na conferência de Canguilhem Que é a Psicologia? de 1956, a fim de mostrar sua atualidade e também que é possível acrescentar-lhe as problematizações contemporâneas que tratam da psicologização e da neurocientifização dos atuais processos de subjetivação. O que temos feito de nossas vidas e de nossas práticas e como agir livremente perante a ameaça crescente de robotização e de cerebralização dos modos de subjetivação? A fim de não ficarmos paralisados frente a tais impasses, sugerimos caminhos possíveis a partir do encontro com Kierkegaard e Foucault, filósofos que se inscrevem, para usar a expressão foucaultiana, em uma via de experimentação não metafísica, caminho esse que já foi bastante privilegiado se voltarmos o olhar para a Filosofia antiga dos exercícios espirituais, porém, que foi sendo esquecido aos poucos pela tradição filosófica ocidental. Uma psicologia experimentante é, por fim, sugerida como caminho possível, na tentativa de reconhecer e/ou de evitar os perigos inicialmente apontados. Sabendo-se que não se pode eliminá-los do cotidiano das práticas psi, pode-se ao menos estar mais atento aos mesmos, sendo esse o objetivo do presente texto.

  11. FILOSOFIA ANALÍTICA E PRAGMATISMO: W. SELLARS E C.S. PEIRCE SOBRE O “MITO DO DADO”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Renato Salatiel

    2010-03-01

    Full Text Available Em Empirismo e Filosofia da Mente, de 1956, Wilfrid Sellars criticou a teoria do “mitodo dado”, quer dizer, a ideia de que o conhecimento empírico repousa sobre a fundação de saberesnão-inferenciais. Ao lado de trabalhos de W.V.O. Quine e do “segundo” Wittgenstein, o texto deSellars foi responsável por colocar a filosofia analítica num estágio adiante de suas origens nopositivismo lógico, e também por cultivar o diálogo com o pragmatismo, sobretudo com osfilósofos neopragmatistas. Contudo, quase noventa anos antes do clássico de Sellars, CharlesSanders Peirce, considerado o fundador do pragmatismo, elaborou uma epistemologia póscartesianana qual negava, de modo semelhante, que o conhecimento intuitivo pode servir de basepara crenças. O presente artigo objetiva investigar a proximidade destas teorias, contribuindo paraestreitar as relações entre filosofia analítica e pragmatismo. Conclui-se que Peirce, diferente deSellars, mantém uma forma “saudável” de empirismo “fraco”, que serve de atrito para a elaboraçãoconceitual, ainda que sobre experiências futuras.

  12. Fisica e filosofia come la scienza contemporanea ha modificato il pensiero dell'uomo

    CERN Document Server

    Heisenberg, Werner

    2003-01-01

    Nel corso del Novecento le scoperte della fisica – dalla meccanica quantistica alla teoria della relatività, dalle ricerche sul cosmo all’energia nucleare – hanno travolto le precedenti nozioni di spazio e tempo e rivoluzionato la percezione che l’uomo aveva di sé, investendolo inoltre della responsabilità di una possibile autodistruzione. Figura geniale e controversa, Werner Heisenberg è stato un protagonista assoluto dell’epopea scientifica del secolo scorso, insieme a Bohr e Fermi, Einstein e Planck. Fisica e filosofia esplora la complessità di quello snodo offrendo risposte chiare a domande che non hanno mai perso la loro centralità. Cosa affermano le teorie della fisica contemporanea? In che modo investono la concezione che l’uomo ha di sé? Quali sono i limiti etici delle loro applicazioni tecnologiche? E quale sarà l’influenza politica della scienza su scala planetaria? Affrontando quesiti di portata universale, Heisenberg si dimostra consapevole della necessità di ristabilire la ...

  13. A QUESTÃO DA PARÓDIA: A FILOSOFIA AO LADO DE GIORGIO AGAMBEN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Nicastro Honesko

    2015-07-01

    Full Text Available A partir da leitura de diversos textos de Giorgio Agamben,o presente ensaio pretende expor como o conceito de paródia podeser fundamental para a compreensão da filosofia do autor italiano.Além disso, propõe a aproximação entre os conceitos de paradigma,parábola e paródia, elaborando uma constelação teórica a partir daqual pensar o problema da constituição essencial do homem paraalém da questão metafísica – aproximando-se, para tanto, de certasleituras que Deleuze faz da patafísica de Alfred Jarry. Por fim,pretende estabelecer uma vinculação do conceito benjaminiano deorigem com os problemas filosóficos fundamentais de Agamben,sobretudo no que diz respeito às questões atinentes ao pensamentoda História (e, por isso, à impossibilidade de atribuição de umaessência, um fim, ao homem.

  14. Filosofia da ciência como ferramenta microeconômica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Barbieri

    2009-06-01

    Full Text Available A teoria neoclássica pressupõe conhecimento perfeito. A crítica hayekiana a essa teoria, por sua vez, afirma que esse conhecimento é resultado do processo competitivo e, portanto, não pode ser considerado como dado. O “Problema de Hayek” investiga sob que condições o conhecimento do agente se aproxima dos reais fundamentos de uma economia. A fim de solucionar o “Problema de Hayek”, o nosso artigo utiliza algumas idéias da literatura de metodologia da Ciência, conhecida como teoria do “crescimento do conhecimento” (Popper, Kuhn, Lakatos e outros. Essas idéias são utilizadas para se compreender como evolui o conhecimento dos agentes econômicos, em especial o dos empresários. Estes são vistos como ativos formuladores de teorias empresariais conjecturais criticadas no processo competitivo, não como agentes passivos que maximizam funções já conhecidas da teoria convencional. Utiliza-se a Filosofia da Ciência não para analisar metodologicamente a microeconomia, mas, sim, como ferramenta analítica pertencente à própria teoria econômica.

  15. Disturbi dello spettro autistico tra filosofia della medicina e delle neuroscienze

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlo Maria Cirino

    2012-05-01

    Full Text Available L’autismo è un disturbo pervasivo dello sviluppo neuropsicologico che interessa all’incirca un bambino su mille. Purtroppo, si tratta di un dato destinato ad aumentare, anche per via dell’interesse mediatico e scientifico che questa patologia è stata capace di richiamare intorno a sé. Da un lato, infatti, sono aumentate le richieste di screening presso i numerosi centri che monitorano questa complessa patologia neurologica e dall’altro sono migliorate le tecniche di diagnosi che sempre più spesso si avvalgono di esami genetici all’avanguardia in aggiunta alle ormai classiche interviste psicologiche. L’autismo pone, dunque, serie questioni all’attenzione della ricerca scientifica sia nel vasto campo delle neuroscienze che in quello della neuropsichiatria e della psicologia clinica. Ebbene: quel settore della filosofia che guarda alla scienza con interesse particolare, non può che seguire con partecipazione i progressi nella spiegazione di questa misteriosa patologia che, attualmente, resta un vero e proprio rompicapo per tutti coloro che hanno a che fare con la complessità dell’organizzazione cerebrale dell’essere umano.

  16. Mulheres, sociedade e Iluminismo: o surgimento de uma filosofia protofeminista na inglaterra do século XVIII

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Soares Gomes

    2011-12-01

    Full Text Available In the 18th century, thinkers from diverse areas of knowledge gave birth to a new epistemological perspective to the Western world. In philosophy, economy and politics, among other fields, groundbreaking ideas disrupted the paradigms of European thought. Those revolutionary concepts became historically known under the term Enlightenment. It is in that new intellectual scenario that a new group of authors emerges in Britain, questioning the position of social inferiority in which women are placed. William Alexander, Mary Astell, Catharine Macaulay and Mary Wollstonecraft are some of the thinkers who write works with a protofeminist framework, launching the foundations for a philosophy of emancipation and equal rights for 18th century women. From the writings of philosophers such as David Hume, John Locke and Jean-Jacques Rousseau (and a critical approach to them, those voices that claim for more equality in the treatment of female characters articulate a new positioning of women on historical, social and educational levels.

  17. Modernidade e o novo lugar da Filosofia: a idéia de Reconstrução em Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clodomiro José Bannwart Júnior

    2005-07-01

    Full Text Available O artigo busca discutir a forma como Habermas relaciona a atitude moderna do pensamento filosófico com outras esferas do conhecimento, a partir da importância que ele credita aos subsídios e conhecimentos desenvolvidos pelas ciências empíricas. Esse fato aponta para a constatação de que a filosofia adquire em Habermas uma nova perspectiva de atuação como decorrência do modo de compreensão de seu conceito de modernidade.

  18. SEMANA COMEMORATIVA DOS CINQÜENTA ANOS DA FACULDADE DE FILOSOFIA DO CES E DOS SETENTA ANOS DO PE. VAZ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Rubens de Oliveira

    1991-01-01

    Full Text Available A Filosofia, apesar de sua morte tantas vezes anunciada, não capitula frente às crises da realidade e do sentido, nem tampouco contenta-se em compor seu próprio réquiem. Ao contrário, irrompe no seio da faticidade de nossa liberdade para ascender à consciência, fazendo-se tradição de sentido. No cenário da crise dos grandes sistemas e da perplexidade diante de uma situação carente de perspectivas, fez-se notar um evento ousado e significativo para o pensamento brasileiro.

  19. SEMANA COMEMORATIVA DOS CINQÜENTA ANOS DA FACULDADE DE FILOSOFIA DO CES E DOS SETENTA ANOS DO PE. VAZ

    OpenAIRE

    Pedro Rubens de Oliveira; Pablo V. de Mella

    2012-01-01

    A Filosofia, apesar de sua morte tantas vezes anunciada, não capitula frente às crises da realidade e do sentido, nem tampouco contenta-se em compor seu próprio réquiem. Ao contrário, irrompe no seio da faticidade de nossa liberdade para ascender à consciência, fazendo-se tradição de sentido. No cenário da crise dos grandes sistemas e da perplexidade diante de uma situação carente de perspectivas, fez-se notar um evento ousado e significativo para o pensamento brasileiro.

  20. SEMANA COMEMORATIVA DOS CINQÜENTA ANOS DA FACULDADE DE FILOSOFIA DO CES E DOS SETENTA ANOS DO PE. VAZ

    OpenAIRE

    Pedro Rubens de Oliveira; Pablo V. de Mella

    1991-01-01

    A Filosofia, apesar de sua morte tantas vezes anunciada, não capitula frente às crises da realidade e do sentido, nem tampouco contenta-se em compor seu próprio réquiem. Ao contrário, irrompe no seio da faticidade de nossa liberdade para ascender à consciência, fazendo-se tradição de sentido. No cenário da crise dos grandes sistemas e da perplexidade diante de uma situação carente de perspectivas, fez-se notar um evento ousado e significativo para o pensamento brasileiro.

  1. A LINGUAGEM MATEMÁTICA, A FILOSOFIA E A LÍNGUA PORTUGUESA: LUPAS SOBRE AS INCÓGNITAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Castelino Roberto da Silva

    2017-07-01

    Full Text Available A interdisciplinaridade é um desafio que surge entre os professores que tentam criar elos entre disciplinas. Em relação à disciplina Matemática, não é tarefa fácil para professores associar os conteúdos escolares a temas do cotidiano de um modo geral, muito em virtude da formação inadequada. Neste artigo tem-se como objetivo discutir a Matemática como linguagem e possibilidades de interação com a Língua Portuguesa e a Filosofia. Para tanto, realizou-se uma investigação qualitativa bibliográfica, de cunho exploratório, por meio da análise comparativa dos diferentes significados atribuídos pelas três áreas em questão a determinados termos matemáticos, a saber: axioma, teorema, demonstração, arbitrário, e, ou, não, quantificação e implicação. Espera-se que os resultados contribuam para reforçar a importância da linguagem, do texto e do raciocínio lógico como possibilidades de interação entre Matemática, Língua Portuguesa e Filosofia, visando o desenvolvimento da literacia matemática por parte dos educandos.

  2. Teoria do juízo na lógica do conceito de Hegel

    OpenAIRE

    Christian Iber; Federico Orsini; Lauro Stoll Nardi; Agemir Bavaresco

    2017-01-01

    A Lógica de Hegel trata do pensar e de suas formas. A Lógica do Ser e da Essência descreve as formas insuficientes do pensar, ao passo que a Lógica do Conceito apresenta o autoconhecimento do pensar em sua verdade. Em sua Lógica, Hegel critica tanto a metafísica tradicional como a filosofia moderna, mas a crítica dele difere profundamente da filosofia analítica da linguagem e da teoria moderna da ciência. Na Lógica do Conceito, Hegel apresenta o conceito de um objeto através dos juízos, que n...

  3. Pluralizar o universal: guerra e paz na obra de Hannah Arendt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stolcke Verena

    2002-01-01

    Full Text Available Cada teoria tem sua biografia. A obra de Hannah Arendt sobre o totalitarismo nasceu de suas vivências como judia alemã, desterrada de seu próprio país. Em seu pensamento inconformista, ocupa um lugar central a noção de pária, que inspira uma filosofia política na qual busca conciliar liberdade intelectual e compromisso político. Subjacente a esta filosofia, encontra-se uma antropologia humanista cujo núcleo é uma concepção da experiência humana compartilhada cuja diversidade reside precisamente em uma liberdade criativa originária. Ela desafia assim as fronteiras e identidades exclusivas, fruto do Estado nacional moderno, e propõe em seu lugar uma cultura cívica e uma justiça que transcendam os marcos nacionais.

  4. A busca da verdade como critério definidor da relação entre filosofia e religião no pensamento de Arthur Schopenhauer / The search for truth as defining criterion of the relation between philosophy and religion in the thought of Arthur Schopenhauer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lademir Renato Petrich

    2011-01-01

    Full Text Available O presente artigo trata da relação estabelecida por Schopenhauer entre filosofia e religião tendo por base o critério da busca pela verdade. Schopenhauer compreende que a verdade atemporal e incondicional deve ser a estrela-guia da filosofia e que as religiões são suas representações alegóricas e mitológicas. A partir deste critério qualitativo, podese escalonar as religiões na medida em que se aproximam ou se distanciam do seu pessimismo metafísico.AbstractThis article deals with the relation established by Schopenhauer between philosophy and religion, having the search for truth as criterion. Schopenhauer understands timeless and unconditional truth to be the lodestar of philosophy, while religions are its allegorical and mythological representations. On the basis of this qualitative criterion, it is possible to scale religions as they approach or distance themselves from his metaphysical pessimism.

  5. A potência para a simulação: Deleuze, Nietzsche e os desafios figurativos ao se repensar os modelos da filosofia concreta The power for simulation: Deleuze, Nietzsche and the figurative challenges of rethinking the models of concrete philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norman Madarasz

    2005-12-01

    Full Text Available A filosofia deleuziana é mais conhecida como uma criação contínua de dispositivos maquinais, cujo objetivo é transformar o esqueleto figurativo no qual as formas e os modelos aplicativos vêm se sedimentar. A metáfora geológica não é, por isso mesmo, meramente aleatória. Ela tem a ver com um encontro real entre as possibilidades de movimentos criadores de dobras e as dobras mesmas como relevos formais. Pode-se supor que a primeira dessas formas geradoras, na filosofia de Deleuze, seja o simulacro. No quadro deste artigo, pretendemos retomar a análise do simulacro nos dois textos fundamentais de Deleuze sobre Platão e sobre Lucrécio.The philosophy of Deleuze is best known as a continuous creation of machinic apparatuses aimed at transforming the figurative conception in which applicative forms and models sediment. The geological metaphor is thus not merely arbitrary. It is tied to a real encounter between the possibilities of creative movements of folds and the very folds considered as formal reliefs. One can thus reasonably suppose that, in the philosophy of Deleuze, simulacrum is the first of these generating forms. In this article, we will try to follow how Deleuze analyzes simulacrum in his two fundamental essays about Plato and Lucretius.

  6. Comportamentos (a normais e recurso à entrevista estruturada na avaliação de (inimputáveis juridicamente privados de liberdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Tavares Marques

    Full Text Available Este trabalho incide sobre uma breve revisão bibliográfica centrada em alguns conceitos que medeiam entre a saúde e a privação da liberdade, pois insere-se em uma investigação mais ampla no âmbito do doutoramento em Psicologia, focalizada nos comportamentos que interferem com a saúde em uma população legalmente privada de liberdade, isto é, de reclusos em cumprimento de penas de prisão e de doentes mentais em cumprimento de medidas de segurança e de tratamento. Consideramos que a entrevista psicológica estruturada seja um dos instrumentos de avaliação que nos possibilita aceder a esses comportamentos, porém, antes de nos debruçarmos sobre ela, entendemos pertinente definir alguns conceitos que estiveram na base da sua construção, como liberdade versus privação jurídica de liberdade, imputabilidade versus inimputabilidade (de acordo com o ordenamento jurídico português, comportamentos de risco e padrões dentro e fora da norma.

  7. Humanismo na Espanha: De lure gentium pelo pensamento de Francisco de Vitoria

    OpenAIRE

    Rosa, Elianne Maria Meira

    2009-01-01

    O presente trabalho, de dissertação de Mestrado em Filosofia do Direito, destina-se à pesquisa da origem e fundamentos jurídico-filosóficos da escola neoclássica espanhola ou neo-escolástica espanhola, no século XVI. Destacam-se o desenvolvimento do humanismo a partir da perspectiva renascentista calcada, por uma vez, na herança clássica, além do seu desdobramento na concepção pré-grociana do jus gentium direito internacional público. Localiza-se a trajetória do humanismo espanhol ligada ...

  8. Dostoiévski e Bakhtin: a filosofia da composição e a composição da filosofia / Dostoevsky and Bakhtin: the philosophy of composition and the composition of philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Vianney Cavalcanti Nuto

    2011-11-01

    Full Text Available RESUMO: Este trabalho procura demonstrar as afinidades existentes entre a obra de Dostoiévski e a filosofia de Mikhail Bakhtin. Por meio de uma análise comparativa, conclui-se que a polifonia, característica fundamental do romance de Dostoiévski segundo Bakhtin,realiza-se como uma síntese artística de conceitos filosóficos como singularidade, responsabilidade, inacabamento e dialogismo. ABSTRACT:This paper seeks to demonstrate the affinities existing between Dostoevsky’s literary achievement and Mikhail Bakhtin’s philosophical one. Through a comparative analysis it concludes that the polyphony, the fundamental characteristics Dostoevsky’s novels according to Bakhtin is as an artistic synthesis of philosophical concepts such asuniqueness, responsibility, incompleteness and dialogism.

  9. La nuova fisica delle particelle e i segreti dell'universo un dialogo fra filosofia, scienza e religione

    CERN Document Server

    Bodei, Remo

    2017-01-01

    La Scuola della Cattedrale, presieduta da Monsignor Gianantonio Borgonovo, prosegue il suo ciclo di incontri con un evento culturale nel segno della fisica che esplora il mondo delle particelle. Guido Tonelli, fisico e professore ordinario dell’Università di Pisa, tratta degli eventi che hanno portato alla scoperta del bosone di Higgs al Cern di Ginevra dove è stato realizzato Lhc, l’acceleratore di particelle più potente del mondo, con un’analisi di materia e antimateria, energia e universo, per capire come tutto è cominciato e come forse andrà a finire. Dove potrà arrivare l’uomo con queste nuove visioni? Quali cambiamenti e traguardi sono ipotizzabili? Come leggere da un punto di vista religioso e filosofico questi nuovi scenari che la scienza prospetta? L’evento ha visto gli interventi di Monsignor Borgonovo e del filosofo Remo Bodei, professore emerito di Filosofia all’Università di Pisa.

  10. O Direito e Sua Filosofia: Positivismo, Ordem, Historicismo Dialético e Ocupação Social

    OpenAIRE

    Rocha, José Manuel de Sacadura

    2015-01-01

    Este artigo dedica-se à Filosofia do Direito a partir das características sociológicas do Positivismo Jurídico e do Materialismo Histórico Dialético. Atualiza o Direito quanto às inexoráveis intervenções dos grupos sociais a partir das relações sociais de produção e sociais gerais. Estuda o Ordenamento Jurídico e os sistemas de justiça a partir da antinomia entre “ordem” e “ocupação” social, propondo, nos movimentos de ocupação e coletivos sociais a reintegração do Direito com sua base social...

  11. Ensaio sobre desenvolvimento humano na pós-modernidade Ensayo sobre desarrollo humano en la pos-modernidad Essay on human development in the post-modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Damásio Abib

    2008-09-01

    Full Text Available Neste ensaio, o conceito de desenvolvimento humano na pós-modernidade apóia-se em uma filosofia pós-moderna de direitos humanos, e na modernidade apóia-se em uma filosofia moderna de direitos humanos. O Estado moderno fracassou na realização da filosofia moderna dos direitos humanos. Uma filosofia pós-moderna de direitos humanos deixa para trás a filosofia moderna de direitos humanos. Isso significa abandonar o fundacionismo ético e as grandes narrativas emancipatórias de desenvolvimento humano. Sugerimos que uma ética pragmatista da alteridade e uma política pós-moderna da alteridade podem contribuir para elaborar uma filosofia pós-moderna de direitos humanos.En este ensayo, el concepto de desarrollo humano en el pos-modernidad es apoyado en una filosofía pos-moderna de los derechos humanos y en la modernidad, es apoyado en una filosofía moderna de los derechos humanos. El Estado moderno fracasó en la realización de la filosofía moderna de los derechos humanos. Una filosofía pos-moderna de derechos humanos deja atrás la filosofía moderna de derechos humanos. Lo que significa abandonar el fundacionismo ético y las grandes narrativas emancipatorias del desarrollo humano. Sugerimos que una ética pragmatista de la alteridad y una política pos-moderna de alteridad pueden contribuir en la elaboración de una filosofía pos-moderna de derechos humanos.Whereas the concept of human development in post-modernity is supported by a post-modern philosophy of human rights, in modernity it is supported by a modern philosophy of human rights. The modern State has failed in the modern philosophy of human rights and the post-modern philosophy of human rights has laid aside a modern philosophy of human rights. This means that ethical foundationalism and emancipatory great narratives of human development have been discarded. We suggest that a pragmatist ethics of alterity and a post-modern policy of alterity may be a help in the

  12. Ensino de filosofia para não-filósofos. Filosofia de ofício ou ofício de professor: os limites do filosofar Philosophy teaching for non philosophers. Philosophy of occupation or teacher's occupation: the limits of philosophizing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pelloso Gelamo

    2007-04-01

    Full Text Available O presente artigo é o resultado de um pensamento filosófico acerca do ensino de filosofia. O principal objetivo de nossa pesquisa foi entender o que faz o filósofo quando seu ofício é ser professor de filosofia. Para tal, utilizamos como referencial teórico-metodológico o pensamento de Foucault para pensar o filósofo-professor de filosofia em seu lócus - ensino de filosofia - enquanto uma ontologia do presente, e o pensamento de Deleuze e Guattari para indicar uma possível maneira de entender esse ofício de professor que acreditamos se dar em um fazer artístico, filosófico e científico.This paper is the result of a philosophical thinking about philosophy teaching. The main goal of our research was to understand what philosophers do when their occupation is to teach philosophy. To do so, we used Foucault's thoughts as a theoretic-methodological framework to think the philosophers-teachers of philosophy in their locus - philosophy teaching - as an ontology of the present, and Deleuze and Guattari's thoughts to point out a possible way to understand this teacher's occupation, which, we believe, happens in an artistic, philosophical and scientific manner.

  13. O pensamento moral em Descartes: Notas sobre a inserção da reflexão moral no método e na metafísica cartesiana/The Moral Thought in Descartes: Notes about the place of moral reflection in Cartesian method and metaphysics

    OpenAIRE

    Pimenta, Alessandro Rodrigues; UFPI/CSHN

    2012-01-01

    Este artigo analisa alguns aspectos da moral cartesiana. Num primeiro momento, investiga-se como a expressão moral provisória é equivocada e como a moral do Discurso é retomada na Correspondência. Num segundo momento, é interessante a compreensão da nova significação que Descartes fornece ao termo paixões. Enfim, mostra-se como a moral se insere, paulatinamente, na filosofia de Descartes.

  14. Oswald ponta de lança: Antropofagia e imaginação política na década de 1940

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éder Silveira

    2009-06-01

    Full Text Available Na década de 1930, o escritor Oswald de Andrade renuncia ao seu passado modernista e mergulha na militância política de esquerda, aproximando-se do Partido Comunista Brasileiro. Nesse artigo são analisados alguns aspectos desse momento de sua trajetória intelectual, desde sua renúncia da vanguarda artística e literária até o abandono do PCB e sua retomada da antropofagia na década de 1940, que culmina com a redação de sua tese A crise da filosofia messiânica.

  15. NOTAS SOBRE A ASSIMILAÇÃO DA FILOSOFIA DA PRÁXIS PELO NEO-IDEALISMO E PRAGMATISMO: CROCE, DEWEY, GRAMSCI

    OpenAIRE

    Dore, Rosemary; UFMG

    2013-01-01

    O presente texto tem como propósito estudar a indicação de Gramsci segundo a qual algumas posições do neo-idealismo e do pragmatismo seriam inconcebíveis sem a assimilação da filosofia da práxis (marxismo). Tendo como referência análises do autor sobre a presença da filosofia da práxis no pensamento de Croce, realiza-se um primeiro movimento de aproximação teórica para investigar a existência de nexos entre algumas posições filosóficas de Croce e de Dewey. O ponto de partida é o exame da cont...

  16. Teologia, Ciência da Religião e Filosofia da Religião: definindo suas relações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dierken, Jörg

    2009-01-01

    Full Text Available Trata-se de revisitar o complexo fenômeno da religião, à luz das articulações e diferenciações entre teologia, filosofia da religião e ciência da religião, particularmente no contexto sociocultural da modernidade e suas categorias iluministas de racionalidade, liberdade e ciência, em grandes pensadores tais como Max Weber e Ernst Troeltsch

  17. Joshua Greene e Marc Hauser nas fronteiras da filosofia: a moral das morais evolucionistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma de Souza Birchal

    2012-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2009v8n3p89 Este artigo trata das implicações fi losófi cas de teorias científi cas em moral. Na primeira parte apresenta duas teorias intuicionistas sobre a natureza dos julgamentos morais (a de Joshua Greene e a de Marc Hauser e na segunda explicita as consequências fi losófi cas que cada um dos cientistas extrai de sua teoria. A conclusão faz uma avaliação dessas consequências e uma refl exão sobre possíveis implicações do naturalismo em ética.

  18. Filosofia e neurociência: entre certezas e dúvidas Philosophy and neuroscience: between certainties and doubts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Zimmermann

    2011-12-01

    Full Text Available Quando tentamos pensar o movimento humano, esse corpo vivo em relação com o mundo, por meio de conceitos restritos a uma única área, constata-se a complexidade deste fenômeno, que se mostra a cada novo movimento da ciência. Considerando esta complexidade, retomamos neste ensaio a possibilidade de diálogo entre Filosofia e Ciência, aqui ocupadas com os estudos sobre corpo e movimento humano. Recorremos, então, ao estranhamento entre Neurociência e Filosofia, em especial a Fenomenologia de Merleau-Ponty, por meio de exemplos clínicos e reflexões, não no sentido de buscar um sistema de explicações, forçar uma aproximação ou apontar elementos para fins de hierarquização, mas com o intuito de extrair deste movimento os elementos que nos ajudem a pensar nossas certezas e dúvidas acerca do movimento humano. A Filosofia nos auxilia, inicialmente, a indagar sobre os pressupostos e consequências das pesquisas, recolocando questões e restaurando o lugar da dúvida. A Ciência, por sua vez, abre campos, aguça curiosidades, e mesmo sem admiti-lo, deixa-se questionar. A separação entre as diferentes formas de pensar a realidade e produzir conhecimentos não precisa necessariamente ser combatida, às custas do enfraquecimento de ambas, mas é possível extrair consequências interessantes de um movimento de aproximação entre as duas áreas.When considering the human movement from a restricted point of view (i.e. from only one field of study, its complexity is evident at each new step in Science. Considering such complexity in the human movement, we revisit the possibility of a dialogue between Philosophy and Science, focusing on the studies on the human body and movement. We invoke the strangeness between Neuroscience and Philosophy, especially the phenomenology of Merleau-Ponty with clinical examples and reflexions. The intention is not to find a system of explanations, to force an approximation or to point out elements for

  19. Política com paixão. A filosofia da libertação de Enrique Dussel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Rodrigues Pinto

    2014-12-01

    Full Text Available Resumo O presente artigo propõe-se apresentar o pensamento do filósofo Enrique Dussel, autor central da reflexão política em muitos países da hispano-américa, embora pouco discutido no Brasil. Sua insistência em um discurso legitimamente latino-americano faz dele um autor fundamental para entendermos os problemas e as soluções pensadas fora dos grandes Centros, como Europa e Estados Unidos. O enfoque principal será em sua filosofia da libertação e nos desafios lançados para a ciência e sociologia política. Palavras-Chave Filosofia da libertação, América Latina, ética, política, Dussel. ---  Abstract This article intends to present the thought of the philosopher Enrique Dussel, important author of the political debate in many countries of Hispanic America, though less recognized in Brazil. He seeks a though properly Latin American to reflect on the problems and solutions to the continent, designed outside of major academic centers such as Europe and United States. The main focus will be on his philosophy of liberation and the challenges posed to social and political science.   Keywords Philosophy of Liberation, Latin America, Ethics, Politics, Dussel  --- Resumé: Cet article présente l'oeuvre de Enrique Dussel. Ce philosophe se retrouve au coeur de la réflexion politique des pays hispanophones de l'Amérique latine, mais il est encore peu débatu au Brésil. Son insistance à travailler un discours proprement latino-américain en fait un auteur incontournable pour la compréhension des problèmes et solutions pensés hors des grands centres, tels l'Europe et les États-Unis. L'accent sera mis sur la philosophie de la libération et sur les défis rencontrés par la science et la sociologie politique. Mots-clés Philosophie de la libération, Amérique latine, éthique, politique, Dussel.

  20. Produção Lean na indústria de pré-fabricados de betão armado: aplicação e avaliação de resultados em caso de estudo

    OpenAIRE

    Deffense, Jean Brunel

    2010-01-01

    Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil, Perfil de Construção Lean é uma filosofia de produção nascida após a segunda guerra mundial no sector automóvel com intuito de optimizar o sistema de produção. O conceito desta filosofia baseia-se na eliminação de desperdício. Actualmente é aplicada em diversas áreas obtendo-se resultados positivos, tais como: redução de custos, aumento da qualid...

  1. A questão da alteridade na recepção levinasiana de Heidegger

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Duque-Estrada, Paulo Cesar

    2006-01-01

    Full Text Available Pretende-se situar os momentos determinantes que dão sustentação à procura de Levinas, elaborada ao longo de sua leitura de Heidegger, no sentido de romper com o pensamento do ser e propor um pensamento do Outro. A leitura de Levinas, como se pretende demonstrar, é atravessada, desde o seu início, pelo fio condutor de uma problematização da pretendida abertura para fora de si mesmo, na qual o Dasein heideggeriano quer se afirmar para além de toda auto-afirmação inerente às filosofias da consciência

  2. Humanização. Uma Reflexão na Perspectiva dos Cuidados Paliativos

    OpenAIRE

    Piedade, M

    2009-01-01

    Este artigo pretende reflectir sobre a temática humanização dos cuidados na perspectiva dos cuidados paliativos. É dada uma panorâmica geral do que é a humanização, através da exploração do seu conceito e do parecer de alguns autores que desenvolveram trabalhos neste âmbito. O significado da humanização depende do contexto com o qual se correlaciona. A humanização dos cuidados paliativos deve ter como base a sua filosofia cujo enfoque está relacionado com a garantia de uma vida digna....

  3. Performance, corpo e ação na composição musical

    OpenAIRE

    Mauro Rodrigues

    2012-01-01

    Este trabalho estuda a relação entre a performance e a composição, assim com a performance musical como um processo de transformação no qual o corpo tem lugar central. Isto se dará a partir de uma abordagem transdisciplinar, recorrendo à teoria e a reflexão no campo das artes cênicas, especialmente na etnocenologia e estudos daperformance, não se furtando ao diálogo com áreas correlatas como as ciências cognitivas, a neurociência, a musicologia, filosofia e a antropologia, como fontes de cons...

  4. “Altrove che nella verità?”. Filosofia, scienza e vita nel pensiero di Georges Canguilhem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Poccia

    2011-10-01

    Full Text Available Secondo Georges Canguilhem non c’è verità se non quella prodotta e non scoperta dalla scienza. È il valore stesso della filosofia ad essere “altrove che nella verità”. Questo valore non veritativo risiede forse, per il pensatore francese, in qualcosa che egli definisce come un senso o un concetto iscritto materialmente nella vita. È il vivente stesso, quel vivente di cui la scienza in quanto ricerca della verità è a sua volta una semplice espressione, a contenere il concetto, o meglio, ad essere il movimento stesso della concettualizzazione. “Elsewherethan in the truth?” Philosophy, science and life in Georges Canguilhem'sthought. Accordingto Georges Canguilhem thereis no truththan the oneyieldedbutnotdiscoveredby science. Being “Elsewherethan in the truth” is the valueitselfofphilosophy”. For the Frenchthinker, this no truthfulvaluemaylie in somethinghedefines a sense or conceptmateriallywritten in the life. It's the living phenomenaitself, ofwhich science assearchfor the truthis at sametime a simpleexpression, thatcontains the concept or evenbetter, thatis the movementofconceptualization.

  5. Epicteto: Diatribes 1.29 e 1.30 - uma síntese da filosofia epictetiana das Diatribes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo Dinucci

    2015-04-01

    Full Text Available As diatribes 1.29 e 1.30 encerram o livro primeiro das Diatribes de Epicteto e nos oferecem uma síntese da filosofia de Epicteto. Em 1.29.1, Epicteto nos diz que a essência (ousia do bem do ser humano “é uma capacidade de escolha de certa qualidade”, isto é, a escolha disposta de certa maneira. Por essa definição, todas as demais coisas que se encontram fora do âmbito da escolha e, consequentemente, do bem humano são somente materiais para a escolha (1.29.2, a partir dos quais ela construirá seu próprio bem ou seu próprio mal. Temos aí posta de outra forma a distinção entre coisas sob nosso encargo e coisas que não estão sob nosso encargo (eph’hemin kai ouk eph’hemin, sobre qual Epicteto trata detidamente em diatribe 1.1 e no primeiro capítulo do Encheirídion

  6. O amor é mais frio que a morte: negatividade, infinitude e indeterminação na teoria hegeliana do desejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vladimir Safatle

    2008-01-01

    Full Text Available Trata-se de mostrar como a experiência de indeterminação que se manifesta fenomenologicamente através das temáticas da angústia e da confrontação com a morte tem papel fundamental para a configuração do processo de reconhecimento na filosofia hegeliana. Levar em conta tal importância pode nos explicar melhor as peculiaridades do conceito hegeliano de individualidade e dos processos de individuação. Isto serve também para compreender o sentido da noção de negatividade e de seus usos na filosofia hegeliana do sujeito, mostrando como ela é imune a certas críticas vindas da filosofia contemporânea.The aim of this article is to show how the experience of indetermination has a major role in the development of the process of recognition in hegelian philosophy. This indetermination, which has its phenomenological translation into experiences like anguish and fear of death, can explain some particularities in Hegel's concepts of individuality and individuation. This may help us to understand the meaning of negativity in hegelian philosophy of subject, showing how some contemporary philosophy critics aren't concerned about this concept of negativity.

  7. Pesquisa em enfermagem: possibilidades da filosofia de Buber Investigación en enfermeria: posibilidades de la filosofía de Buber Nursing research: possibilities of Buber's philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Maris de Mello Padoin

    2009-12-01

    Full Text Available As pesquisas em Enfermagem têm colaborado para a construção do conhecimento próprio da profissão, sendo evidente a tendência qualitativa, da qual se destaca a abordagem fenomenológica. O presente artigo apresentará as possibilidades da filosofia de Martin Buber na pesquisa. Na fase de campo, pode subsidiar a ferramenta de entrevista, pois trata das relações e do diálogo. Na fase de análise, pode ser utilizado como referencial teórico para interpretação, pois apresenta subsídios para compreensão do encontro de presença entre os seres humanos, a partir do modo de ver a si e ao mundo. Assim, compreendemos a contribuição de Buber como referencial na produção qualitativa em pesquisa.Las investigaciones en Enfermería tienen colaborado para la construcción del conocimiento propio de la profesión, siendo evidente la tendencia cualitativa, de la cual se destaca el abordaje fenomenológico. El presente artículo presentará las posibilidades de la filosofía de Martin Buber en la investigación. En la fase de campo, puede subsidiar la herramienta de entrevista, pues trata de las relaciones y del diálogo. En la fase del análisis, puede ser utilizado como referencial teórico para interpretación, ya que presenta subsidios para comprensión del encuentro de presencia entre los seres humanos, a partir del modo de ver a si y al mundo. Así, comprendemos la contribución de Buber como referencial en la producción cualitativa en investigación.The nursing researches have collaborated to build the profession knowledge. The tendency in qualitative methodologies is evident, and among them we highlight the phenomenology approach. This paper will present the possibilities of Martin Buber's philosophy in research. In the field work, it can help the interview technique because it is related with relationship and dialogue. During the analyses phase it should be applied as a theoretical framework to interpretation. The Martin Buber

  8. Sensação e fetiche na cultura da imagem : o capitalismo estético e as tecnologias do audiovisual

    OpenAIRE

    Flademir Roberto Williges

    2015-01-01

    Esta pesquisa aborda o tema da sensação e do fetiche na cultura da imagem a partir do chamado “capitalismo estético” e da omnipresença das tecnologias audiovisuais. O principal teórico em torno do qual se articula a abordagem é o filósofo alemão Christoph Türcke. A partir da leitura de duas de suas obras publicadas no Brasil: Sociedade excitada – filosofia da sensação e Filosofia do sonho (ambas de 2010) investigo hipóteses e, a partir delas, sustento a tese de que a constante exposição à irr...

  9. A filosofia de Adam Smith: imaginação e especulação

    OpenAIRE

    Leonardo André Paes Müller

    2016-01-01

    Na Teoria dos Sentimentos Morais, Adam Smith estabelece um esquema pluralista para explicar a aprovação moral, com quatro tipos de juízos morais: 1) em relação ao motivo da ação, o juízo que determina a conveniência ou inconveniência (propriety ou impropriety); 2) em relação aos efeitos imediatos da ação, o juízo determina seu mérito ou demérito; 3) ao analisar o acordo entre o ato e determinada regra geral de conduta, o juízo determina se o indivíduo agiu de acordo com seu dever; e 4) em rel...

  10. A filosofia à venda, a douta ignorância e a aposta de Pascal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boaventura de Sousa Santos

    2012-10-01

    Full Text Available A “epistemologia do Sul” que tenho vindo a propor visa a recuperação dos saberes e práticas dos grupos sociais que, por via do capitalismo e do colonialismo, foram histórica e sociologicamente postos na posição de serem tão só objecto ou matéria-prima dos saberes dominantes, considerados os únicos válidos. Os conceitos centrais da epistemologia do Sul são a sociologia das ausências, a sociologia das emergências, a ecologia de saberes, e a tradução intercultural. Não se trata verdadeiramente de uma epistemologia, mas antes de um conjunto de epistemologias. Ao contrário das epistemologias do Norte, as epistemologias do Sul procuram incluir o máximo das experiências de conhecimentos do mundo. Nelas cabem, assim, depois de reconfiguradas, as experiências de conhecimento do Norte. Abrem-se pontes insuspeitadas de intercomunicação, nomeadamente com as tradições ocidentais que foram marginalizadas, desacreditadas ou esquecidas pelo que no século XIX passou a vigorar como o cânone da ciência moderna.

  11. O equilíbrio do capital e a sua intensidade: pontos da filosofia neopatrimonialista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antônio Chaves da Silva

    2007-11-01

    Full Text Available O equilíbrio do capital é um estado funcional, ou de movimento das partes patrimoniais em prol dos lucros ou de alcance dos objetivos empresariais. A relatividade das funções sistemáticas do patrimônio aponta a razão da intensidade do equilíbrio, o grau em que o mesmo consegue se manter, isto é, a sua vitalidade no tempo de sua existência na continuidade aziendal. O objetivo do presente estudo, em caráter intervencionista, é mostrar os efeitos desta relação, de modo que uma análise avançada garanta profícua e zelosa consultoria contábil para uma administração patrimonial segura e coerente. O artigo discute este problema, que traduz uma das partes da teoria do Neopatrimonialismo Filosófico e que agrega valor à proposta do Neopatrimonialismo. The equilibrium of the capital is a state by function, or of movement fromthe parts of patrimonies with objective us profits, or reach by undertakerintection. The relativity of the function sistematicys by patrimonydesmontrate the reason by equilibrium intensity, of dimension to maintainhimself, of vitality by time patrimony of social existence. The objective thisstudy by character of intervetion is to desmontrate that efects this relations,of the analysis advance guarantee a useful and zealous orientationaccountants of the a management patrimony coherent and security. Thearticle discuss this problem that translate a by parts from the teory by Neopatrimonial philosophic by aggregate value by proposal of doctrine Neopatrimonial.

  12. Idealismo e materialismo na história

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Paulo Muniz Costa

    2012-07-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2011v45n2p355 Este ensaio se fundamenta na relação entre filosofia e história. Se a filosofia, desde as suas origens, ocupouse do ser, a sua permanente reconstrução pela história – obrigatória para seu prosseguimento – haverá de se dar segundo as concepções que o explicam. Esta é a relação inolvidável que sustenta a perenidade da filosofia e história, imbricando-as num liame que pode se explicitar por meio das grandes posições do materialismo e do idealismo adotadas por não poucos pensadores relevantes e contidas nas correspondentes explicações para o ser. Outras concepções filosóficas se desenvolveram ao longo da história do pensamento, paralelamente ao materialismo e idealismo. Não são as únicas, portanto, uma vez que a ampliação do horizonte teórico pode incluir a polarização entre inferência e empirismo, conhecimento científico e não científico e em outras anteposições que marcam a história das idéias. Foram escolhidas por que materialismo e idealismo abrigam filósofos e historiadores, cientistas e pensadores, empiristas e racionalistas cujas concepções de mundo inspiraram ou foram sua base. Essa é a perspectiva considerada neste ensaio, cujo objetivo é apresentar a influência do materialismo e do idealismo no estudo da história e identificar os seus traços em algumas das obras históricas que marcaram época e, eventualmente, criaram escolas. Numa perspectiva ampliada, a apreciação histórica da evolução do pensamento e das idéias contida neste trabalho faculta conclusões aplicáveis ao conhecimento e à relação entre conhecimento e história na atualidade, temas que devem ser entendidos como de fundamental importância para o desenvolvimento da sociedade brasileira.

  13. Uma Aula_Encontro: Escrita e Experimentação na Formação em Psicologia

    OpenAIRE

    Lazzarotto, Gislei Domingas Romanzini

    2017-01-01

    A experiência com a formação superior em psicologia, no Brasil, nas últimas duas décadas, acompanha o desenvolvimento de um significativo campo de problematização na produção de conhecimento em psicologia social e políticas públicas. Abordamos este contexto analisando uma experiência docente no ensino de psicologia social, análise institucional e políticas públicas, numa universidade pública federal. Considerando o conceito de experimentação do pensamento, abordagem da filosofia da diferença,...

  14. A relação de substancialidade na Ciência da Lógica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greice Ane Barbieri

    2017-02-01

    Full Text Available O trabalho buscará apresentar a relação de substancialidade tal como exposta na Ciência da Lógica, de Hegel. Mas, antes dessa apresentação, cabem alguns comentários, de forma a enquadrá-la, grosso modo, dentro do sistema hegeliano, elucidando a sua função. Embora portadora de um título pretensamente formal, a Ciência da Lógica hegeliana não pode ser descrita como um manual de lógica: antes pelo contrário, a tal obra a classificação mais adequada é a de ser uma ontologia. Tendo tal característica, a lógica hegeliana baseia-se nos princípios que regem a realidade, tomando-os da própria realidade. Isso pode conferir à relação de substancialidade uma marcante importância dentro do encadeamento do sistema hegeliano da lógica e, mesmo, da filosofia real, uma vez que os pressupostos da lógica baseiam-se na reflexão sobre as categorias que foram, em última instância, retiradas do dado. Por outro lado, essas mesmas categorias contempladas na Ciência da Lógica colocam-se novamente na realidade, servindo para a compreensão dos engendramentos básicos dos avanços espirituais, isto é, as categorias da lógica hegeliana tornam-se essenciais para uma adequada compreensão de sua filosofia real. Desse modo, permeando o trabalho, de forma tênue, há o objetivo de deixar apontada a direção em busca do aspecto fenomenológico da substância, na Fenomenologia do Espírito, bem como o papel ético de tal conceito, enquanto unidade imediata, na Filosofia do Direito.

  15. História da Educação e História da Filosofia: culturas cruzadas a partir das concepções de história e de escrita da história em Hegel History of educational and history of philosophy: cultures put together from Hegel's conceptions of history and history writing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Vieira

    2009-04-01

    Full Text Available Neste artigo visamos discutir possíveis impactos da escrita da História da Filosofia sobre a escrita da História da Educação, a partir da análise das concepções de história e de escrita da história presentes na obra de Georg Wilhelm Friedrich Hegel. Neste estudo Hegel é concebido como um autor que sintetizou e disseminou uma visão da história presente de forma dispersa e fragmentada na cultura historiográfica do século XIX. Ele reafirmou conceitualmente e metodologicamente as imemoriais crenças na virtuosidade e no papel edificante das idéias (Espírito, bem como produziu uma interpretação do passado, capaz de apaziguar o sentimento de dilaceramento da cultura, ao conciliar história, ontologia e lógica. Nos limites deste trabalho exploramos o potencial heurístico da tópica hegeliana, sem, contudo, pretendermos analisar empiricamente os seus efeitos na historiografia da educação brasileira.This article is aimed at arguing about possible impacts of writings on the History of Philosophy on writing on the History of Education, from the analysis of Georg Wilhelm Friedrich Hegel's conceptions of history and its writing. In this study Hegel is conceived as an author who synthesized and spread a conception of history that can be seen as dispersed and fragmented in the historiographical culture of the nineteenth century. In a conceptual and methodological way, he reaffirmed the immemorial beliefs in virtuosity and the enlightening role of ideas (Spirit. He also produced an interpretation of the past which colud reduce the feeling of cultural laceration by conciliating history, ontology and logic. This paper explores the heuristic potential of the Hegelian view, though without empirically analyzing its effects on the Brazilian education historiography.

  16. Opinião pública, guerra e corrupção do poder público na filosofia política de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Jozivan Guedes de Lima

    2017-02-01

    Full Text Available Este artigo pretende investigar a concepção kantiana de opinião pública, que tem como pressuposto fundamental a inalienável tarefa crítico-deliberativa do cidadão perante a guerra e a corrupção do poder público, que advém da violação dos princípios normativos do contrato originário. A opinião pública em Kant é alicerçada em pressupostos morais, antropológicos, culturais, jurídicos e políticos e está vinculada à ideia republicana de Estado. De acordo com essa ideia, a decisão sobre a possibilidade da realização da guerra e o combate às injustiças, dentro do Estado de direito através de uma revolução negativa, é direito e dever dos cidadãos.

  17. Paradoxos da condição humana: grandeza e miséria humana como paradoxo fundamental na filosofia de Blaise Pascal

    OpenAIRE

    Rocha, Arlindo Nascimento

    2016-01-01

    Influenciado pela cultura Pós-Moderna, a maioria dos homens tende a cumprir a maldição do “homem atualizado” para definir a ilusão de que, quanto mais perto estamos da informação global, mais perto estaremos da sabedoria, e, consequentemente, mais felizes seremos. Esta miopia é parcela da nossa atual cultura, ou seja, do “último homem” interpretado como uma “paródia” da tirania do bem-estar físico, típico da nossa época. O comum dos homens está convencido da sua dignidade, o semissábio denunc...

  18. O conceito de igualdade na filosofia política contemporânea: Um debate entre Rawls, Dworkin e Amartya Sen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Alves Gomes de Oliveira

    2013-12-01

    Full Text Available Uma das questões mais interessantes do debate contemporâneo sobre a justiça, no âmbito da teoria política normativa, diz respeito sobre qual foco deveria ocupar a posição central de uma visão igualitarista: igualdade baseada em satisfação de necessidades básicas, bens primários como propõe Rawls, igualdade de recursos como defende Dworkin ou, como quer Amartya Sen, igualdade de capacidades? Com o que, afinal, os igualitaristas deveriam se preocupar? Este trabalho tem o objetivo de analisar criticamente essas três perspectivas.

  19. A MULTIDÃO ENQUANTO POSSÍVEL APROPRIAÇÃO DO VÍNCULO ENTRE CONATUS E O ESTADO DE NATUREZA NA FILOSOFIA DE SPINOZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola da Silva Caldas

    2016-07-01

      RÉSUMÉ La recherche théorique vise à expliquer l'appropriation contemporaine que Negri et Hardt font par rapport à la foule de concept dans la foule de travail, la guerre et la démocratie à l'ère de l'empire. On suppose que ce concept est présent dans la philosophie formulée par Benedictus de Spinoza (1632 à 1677, en particulier la relation entre le concept de conatus présenté dans la partie III de l'éthique a démontré la manière des géomètres et de la nature de l'idée de l'Etat comme il elle a été exposée dans son Traité politique. Par conséquent, nous avons cherché à comprendre la fonction de conatus dans la théorie politique de Spinoza. Puis il a essayé d'expliquer la critique faite par la tradition Spinoza sur les effets sur la politique, et d'identifier leur importance pour le développement de sa théorie politique de la mise en place de la société civile. Sur ce point, nous avons essayé de clarifier la position de Spinoza en cequi concerne la théorie politique de Thomas Hobbes. Enfin, il a présenté la conception de Negri et Hardt foule à la lumière de Spinoza. Mots clés: Le Conatus; L'état de la Nature; Le Foule.

  20. O PAPEL DA LINGUAGEM NA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO DE PAULO FREIRE: BUSCANDO APROXIMAÇÕES COM TEORIAS SOCIAIS DO DISCURSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Galieta Nascimento

    2011-01-01

    Full Text Available Approaches between linguistics and education have been pursued in recent decades, particularly in the area of science education. In that sense, this article aims to locate the conception of language underlying the work of Paulo Freire. For this, the analysis focuses around a few central concepts of Mikhail Bakhtin's philosophy of language and the theory of Discourse Analysis of the French school, such as "dialogicity" and "dialogue", "unfinished," "silence" and "reading." It also discussed the vision of communication that Freire presents in some of his books from the drawing criticism of the theorists' discourse about the communicative process. Thus, the search is to trace the similarities and departures between the pedagogy of Freire and the main ideas of Bakhtin and French Discourse Analysis, seeing possible contributions to science education.

  1. Leituras de história e filosofia da ciência na formação inicial de professores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José P. M. de Almeida

    2012-08-01

    Full Text Available This work intended to offer a contribution for the comprehension of the process involved in the readings of the history and philosophy of science literature, or about this subject in prospective physics teacher’s education. The teaching procedures and data collection were based mainly on discourse analysis notions according to Eni Orlandi publications in Brazil. The way of meaning production and the possibility of future application of the same strategy with their own students were analyzed after history and philosophy of science texts readings. The results points to positive displacements in the knowledge and in the imaginary of those students about the history and the philosophy of science potentials, as has been verified by the great variety of answers in the open question related to this subject. The diversity itself justifies the need for working with the position of the students and not only with physics and history and philosophy of science subjects in the physics teacher’s education.

  2. Sobre la filosofia de l’humanista valencià Joan Serra al "De contemplatione amicicie". Notes a una traducció catalana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salvador Cuenca Almenar

    2013-06-01

    Full Text Available Resum: Presentem la traducció catalana del De contemplatione amicicie, escrit per l’humanista valenciàJoan Serra l’any 1454. La traducció parteix de l’edició curada per Evencio Beltran de l’únic manuscritconegut: BNF ms Nat. lat. 8756. La translació s’acompanya d’una introducció historicofilosòficaarticulada al voltant de l’analogia fonamental de l’obra, a saber, la concòrdia absoluta de dos amicsés com la unió perfecta del cos i de l’ànima humana. S’hi analitzen les fonts fonamentals: Cicerói Pseudo-Agustí, i s’hi constata l’organització dual dels continguts del text, en tant que dedica elscapítols senars a la consideració de la unió del cos i l’ànima segons la filosofia natural, mentre queels parells a la concòrdia absoluta dels amics virtuosos d’acord amb la filosofia moral.Paraules clau: Joan Serra, Ciceró, Pseudo-Agustí, Filosofia moral de l’amistat, Humanismevalencià.Abstract: We present the Catalan translation of De contemplatione amicicie, written by the Valencianhumanist Joan Serra in 1454. The translation is based on the only known manuscript (BNFms Nat. lat. 8756, edited by Evencio Beltran. The likelihood of the perfect union between bodyand soul and the complete accord between two friends is the basic analogy of the text and guidesthe composition of a historical and philosophical introduction that precedes the translation. Weanalyze its main sources, namely, Cicero and Pseudo-Augustine. Moreover, we reveal the dual organizationof the text, which devotes odd chapters to natural philosophy and to the union betweenbody and soul, while even chapters to ethics and to the absolute accord between virtuous friends.Keywords: JoanSerra, Cicero, Pseudo-Augustine, moral philosophy of friendship, Valencian humanism

  3. Utopias and forms of life: Carnap’s Bauhaus conferences [Utopias e formas de vida: as conferências de Carnap na Bauhaus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan F. da Cunha

    2018-01-01

    [Neste artigo se discutem as conferências de Rudolf Carnap, em 1929, na Bauhaus, escola de arte, design e arquitetura, no contexto do utopianismo de Otto Neurath. As conferências nos permitem compreender as propostas de Carnap relativas à construção lógica como parte de alguns movimentos culturais modernistas na Europa Central do início do século XX. Utopias desempenham um papel significativo na filosofia das ciências sociais de Neurath, sendo comparáveis a modelos de tecnologia social. As conferências de Carnap objetivam mostrar que a Bauhaus e o Círculo de Viena, grupo de que Carnap e Neurath eram membros, compartilhavam uma concepção de mundo. Argumenta-se neste artigo que essa compartilhada concepção de mundo pode ser entendida como uma utopia, como uma proposta de intervenção na sociedade, e que as conferências de Carnap foram um convite para integração a essa utopia. O artigo não realiza apenas um exercício de reconstrução histórica da filosofia da ciência, mas também apresenta reflexões acerca de alguns problemas de ciências e tecnologias sociais.

  4. Filosofia e nascimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José João Neves Barbosa Vicente

    2013-05-01

    Full Text Available A tradição filosófica não tem o hábito de refletir sobre o nascimento. Essa questão começa a fazer parte dos discursos filosóficos somente no século XX com Arendt, em sua obra A condição humana. Assim, neste texto, propomos refletir sobre esse importante evento da humanidade, a partir do pensamento de Arendt.

  5. FILOSOFIAS DA VOZ

    OpenAIRE

    Nick Couldry; London School of Economics and Political Science

    2016-01-01

    Tradução do capítulo 5, “Philosophies of Voice”, do livro Why Voice Matters: Culture and Politics after Neoliberalism, ecrito pelo professor Nick Couldry e publicada pela editora Sage - Londres, Reino Unido.

  6. Clivagem, diferença e dobra na estrutura do humano: Lacan, Apel e Gadamer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santuário, Luiz Carlos

    2005-01-01

    Full Text Available A filosofia, sendo um discurso antípodo ao discurso das ciências, no sentido de que não produz um conhecimento sobre particularidades, situa-se a priori no espaço interno de uma clivagem, de uma diferença e de uma dobra onde este discurso e este saber são produzidos e apresentados. Na cena contemporânea três pensadores, Lacan, Apel e Gadamer, tematizam a experiência do humano como ligada estritamente à linguagem enquanto elemento estruturador do humano, na medida em que este é situado no interior do espaço de uma dobra e de uma clivagem

  7. Sexualidade, Espiritualidade e Conjugalidades na Wicca Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Cordovil

    Full Text Available Resumo Este artigo propõe uma análise do papel da sexualidade nas práticas da Wicca, religião neopagã surgida na Inglaterra entre 1940 e 1950. Atualmente, a Wicca é um movimento mundial multifacetado, que segue inúmeras vertentes. Esta pesquisa investiga concepções e práticas ligadas à sexualidade presentes entre grupos que praticam a Wicca publicamente em diversas capitais do Brasil. Esses grupos estão organizados em tradições (grupos religiosos com viés iniciático que comandam associações civis com fins de resguardar direitos e promover eventos públicos para divulgação e troca de conhecimento entre praticantes da religião. Os resultados do estudo mostram que a Wicca postula uma relação intrínseca entre sexualidade, espiritualidade e liberdade, sendo suas práticas herdeiras de movimentos intelectuais diversos, como o esoterismo, a contracultura e a filosofia oriental.

  8. Estética e epistemologia na educação tecnológica: elementos em Freire e Marcuse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emerson Pessoa Ferreira

    2013-05-01

    Full Text Available A Estética, de forma concisa, é uma área da filosofia que estuda a Arte e a Beleza (e seus contraditórios inerentes. Suas inter-relações com a Educação e em especial com a Educação Tecnocientífica têm sido exploradas por alguns autores, mas o enfoque raramente contempla as dimensões ideológicas e epistemológicas mais sutis dessa articulação. Essas nuances têm sido negligenciadas sobretudo na formação de engenheiros, arquitetos e designers. É também notável a disjunção arbitrária entre a Estética ('sensações', a Ética ('valores' e a Lógica ('verdades' que caracteriza muito de nossa cultura e dos nossos currículos, mormente os de cunho epistemológico pouco crítico. A perspectiva apontada como conclusão é a de que o enfoque CTS (Ciência Tecnologia e Sociedade crítico na Educação Tecnológica, sempre que considerar o estético, convidará a uma abordagem educacional libertadora, na acepção que Paulo Freire dá ao termo, e que tem interfaces com a Teoria Crítica da Escola de Frankfurt, especialmente a filosofia de Herbert Marcuse. Sugere-se a necessidade de repensar as implicações práticas dessas coincidências e intersecções. O enfoque CTS crítico deve arguir, então, a partir de elementos da filosofia da tecnologia, dentre eles a Estética, quais as consequências da 'unidimensionalidade' para um projeto de homem e sociedade.

  9. O Platonismo de Russell na metafísica e na matemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guido Imaguire

    2005-06-01

    Full Text Available Neste artigo, analiso o surgimento e a superação do Platonismo em B. Russell, tanto na sua filosofia da matemática como na sua metafísica. Começo por explicitar os argumentos que levaram Russell a aderir ao chamado "Platonismo Proposicional" - posição que será tecnicamente relevante na definição de números. Na seção seguinte, discutirei até que ponto a teoria das descrições definidas determina, necessariamente, uma adesão ao nominalismo, e as dificuldades que surgem para o logicismo conseqüentes do abandono do platonismo. Finalmente, mostrarei como a posição madura de Russell caracteriza-se mais como um reducionismo do que propriamente como um nominalismo, e como este é fundado no princípio do mínimo vocabulário.In this paper, I analyze the emergence and the overcoming of Platonism both in Russell's philosophy of mathematics and his metaphysics. I begin by examining the arguments which led Russell to endorse a position that I term "Propositional Platonism" - this position proves to be relevant for Russell's definition of numbers. In the following section, I address the question of the extent to which Russell's theory of descriptions implies the acceptance of nominalism. Moreover, I examine the difficulties which arise for logicism, if it no longer goes hand in hand with platonism. Finally, I argue argue that Russell's mature position is to be characterized as a form of reductionism rather than as a variant of nominalism

  10. O cuidado como conceito articulador de uma nova relação entre filosofia e pedagogia Care as a regulating concept of a new relationship between philosophy and pedagogy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Almir Dalbosco

    2006-12-01

    Full Text Available O artigo reconstrói brevemente, em sua primeira parte, a situação de dependência histórica da pedagogia, primeiro em relação à filosofia e, depois, às ciências, para mostrar que um dos resultados de tal dependência é a incorporação, no universo do discurso pedagógico, daquela mesma tendência, presente de modo geral tanto no discurso filosófico como científico, de objetificação do ser humano por meio de sua epistemologização ou eticização. Na segunda parte, recorre ao pensamento heideggeriana de Ser e Tempo e sua crítica à metafísica clássica e à ciência moderna, com o intuito de abalizar um arsenal conceitual produtivo à pedagogia, para que ela possa repensar-se a si mesma. Em que pese todas as dificuldades teóricas intrínsecas ao projeto de extrair desdobramentos pedagógicos desta obra, o conceito de cuidado (Sorge como tríplice dimensão articulada estruturalmente constitui o fio condutor deste arsenal.The first part of this paper briefly rebuilds the situation of historical dependency of pedagogy: first on philosophy and later on science. It thus shows that one of the results of such a dependency has been to incorporate in the pedagogical speech universe the same trend, generally present in both the philosophical and the scientific speech, that objectivizes the human beings through their epistemologization or ethicization. Its second part resorts to Heidegger's thought in Being and Time and his criticism of classical metaphysics and modern science in order to establish a productive conceptual arsenal for pedagogy so that it may rethink itself. In spite of all the theoretical hardships intrinsic to the project of extracting pedagogical deployments from this work, the concept of care (Sorge as a structurally articulated threefold dimension composes the leading thread of this arsenal.

  11. O combate subtrativo: a espiritualidade do esvaziamento como norte da filosofia corporal no Karate-Do The subtractive fight: the spirituality of the empty hands method as the north of the body philosophy in Karate-Do

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Roque Antunes Barreira

    2008-01-01

    Full Text Available O karate é uma técnica de combate sem armas que, sustentada por uma antiga tradição, tem como seu principal objetivo a formação do caráter do praticante. A compreensão da visão de mundo na qual o karate nasceu e se desenvolveu é debitária de uma dinâmica espiritual e psicológica singular cujo conhecimento é imprescindível para apreendê-la. O objetivo desta pesquisa é analisar o karate por meio de sua espiritualidade, já que, junto aos textos fundamentais de sua tradição recente, ela é tida como a essência presente em todas as dimensões da expressão da arte. Para tanto, vale-se de uma metodologia historiográfica de perspectiva fenomenológica. Karate-do veicula a espiritualidade do esvaziamento como norte de sua filosofia corporal. Temas com linhas fronteiriças tênues entre si são analisados pela perspectiva de tal espiritualidade. A abrangência desta dinâmica corresponde a um combate subtrativo visando uma apreensão fluida e intutitiva da realidade.Karate is a fight practice that does not make use of weapons. It is based on old traditions and its main aim is to develop a sense of personality in the practitioner. Karate originated from unique spiritual and psychological dynamics, which are of utmost importance for the full understanding of this practice. The objective of this research is to analyze karate-do by means of its spirituality. This is because, together with the fundamental texts about the recent tradition of this fight, spirituality is considered to be the essence present in all dimensions of the artistic expression of karate. To this end, the historiographical methodology of phenomenological perspective was employed in this study. Karate-do has the spirituality of the empty hands method as the north of its body philosophy. Themes with blurred borders are analyzed from this spiritual point of view herein. This dynamics includes the subtractive fight, aiming at the fluid and intuitive understanding of

  12. A questão da experiência no ensino da filosofia: um problema contemporâneo The matter of experience in the teaching of philosophy: a contemporary problem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pelloso Gelamo

    2010-08-01

    Full Text Available Os problemas que afetam a sociedade não estão mais centrados no âmbito da reflexão sobre a cultura, a política e em uma inflexão a si mesmos. A vida, um dos principais elementos da reflexão filosófica, tornou-se destituída de valor e passou a ser medida pelo "desejo" do mercado. Por isso, segundo Foucault, é difícil criar condições de resistência, uma vez que não se sabe de onde vem o poder, onde estamos e qual o nosso desejo: tudo o que pertencia ao sujeito está capturado pelo biopoder. Assim, vivemos (sobrevivemos, nos termos de Agamben num momento de empobrecimento da experiência, da vida, dos valores e de nós mesmos. O problema que se coloca é, então, como resistir a esse empobrecimento? Pensamos que uma possível chave para pensar esse problema esteja na procura por compreender como nos tornamos empobrecidos dessa capacidade de fazer experiência. Nossa intenção é compreender como o ensino da filosofia se posiciona face à pobreza de experiência, apontada por Benjamin.The problems that affect society are no longer focused on the scope of reflection about culture, politics and on a turnaround in itself. Life, one of the main elements of philosophical reflection, has become devoid of value and now is measured by the "desire" of the market. Hence, according to Foucault, it is difficult to create conditions of resistance, since it is not known where power comes from, where we are and what we want: everything that belonged to the subject is captured by biopower. Thus, we live (survive, according to the terms used by Agamben at a time of impoverishment from culture, life, values and ourselves. The problem that arises, then, is how to resist to that impoverishment? We believe that a possible key to think this problem is the attempt to understand how we have become impoverished from that capacity to do an experience. Our intention is to comprehend how the teaching of philosophy faces the poverty of experience, pointed by

  13. Educação e esfera pública democrática: um capítulo negligenciado da filosofia política = Education and democratic public sphere: a neglected chapter of the political philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Honneth, Axel

    2013-01-01

    Full Text Available O texto discute a relação entre a educação e a organização democrática do governo republicano. Para o autor, pelo menos desde Kant os teóricos clássicos da filosofia política estavam convencidos de que uma boa educação e uma ordem estatal republicana dependem uma da outra: formar cidadãos para a liberdade para que, como cidadãos autônomos institucionalizem uma educação pública que possibilite a seus filhos o caminho para a maioridade política. Mas ele constata hoje um divórcio entre as gêmeas teorias da democracia e da educação. Razões que podem ter levado a essa cisão ele localiza na combinação, por afinidades eletivas, entre uma concepção truncada de democracia, que dependeria de comunidades tradicionais e mesmo religiosas para reproduzir suas bases ético-culturais, e uma falsa concepção normativa de neutralidade do estado, que culmina concebendo os professores não mais como servidores públicos a serviço do estado democrático de direito, mas como servidores dos pais. Em contraposição ao desacoplamento entre a formação do cidadão autônomo e do governo autônomo dos cidadãos, entre pedagogia e teoria política, ele reconstrói, a partir dos clássicos da teoria social, a concepção sobre um nexo fundamental entre educação e liberdade política, entre formação e democracia. Longe de advogar por uma volta à escola tradicional, o autor chama a atenção para dois grandes desafios que juntas, pedagogia e teoria democrática precisam enfrentar: o impacto da revolução digital sobre a esfera pública e a crescente heterogeneidade cultural dos cidadãos, em especial nas democracias ocidentais, para que a educação torne a ser o lugar do aprendizado da cultura democrática. (Resumo do editor

  14. Modernità e ortodossia: strategie di conciliazione e dissidenza nell'insegnamento della filosofia nei collegi gesuitici del primo Settecento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Rita Capoccia

    2010-02-01

    Full Text Available La contribution d'A. R. Capoccia s'appuie sur l'analyse des manuscrits de philosophie naturelle (phisica de Giulio Gori et d'autres professeurs jésuites du Collège Romain au cours des deux premières décenniesdu xviiie siècle. L'auteure s'attache à mettre en évidence l'opposition, “disimulée” mais bien réelle, des professeurs aux prescriptions officielles de l'Ordre en matière d'enseignement. Elle s'emploie en particulier à décrire l'une des stratégies d'introduction de la philosophie moderne, atomiste et cartésienne, qui sapaient en fait les bases des propositions doctrinales constitutives de l'orthodoxie doctrinale de la Compagnie de Jésus.Il contributo di A. R. Capoccia è basato sull’analisi dei manoscritti di filosofia naturale (phisica di Giulio Gori e di altri professori gesuiti al Collegio romano nel primo ventennio del Settecento; in esso si descrivono la ‘dissimulata’ opposizione dei professori alle prescrizioni ufficiali dell’Ordine in materia d’insegnamento e una delle strategie d’introduzione della filosofia moderna, atomistica e cartesiana in particolare, che scardinavano gli assunti dottrinali a fondamento dell’ortodossia nell’Ordine dei gesuiti.Anna Rita Capoccia's contribution is based on the analysis of manuscripts created by Giulio Gori and other Jesuit professors at Roman College in the first twenty years of eighteenth century.There are here described professors' "hidden" opposition to official precepts by the Order about teaching and an introduction strategy to Atomist and Cartesian modern philosophy; these strategies unhinged doctrinal tasks that were the theoretical structure of Jesuit Order's orthodoxy.

  15. Ginástica artística competitiva e a filosofia dos técnicos Competitive artistic gymnastics and coaches' philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myrian Nunomura

    2012-12-01

    Full Text Available O presente estudo é um recorte do projeto original intitulado "Diagnóstico do Processo de Formação Esportiva da Ginástica Artística no Brasil". Um dos temas de análise foi a filosofia de trabalho dos técnicos que atuam nas categorias de base e preparam os potenciais ginastas para as seleções nacionais. Entrevistamos 46 técnicos de 29 instituições esportivas do Brasil. Para a coleta dos dados utilizamos a entrevista semiestruturada e, para o tratamento dos dados, a análise de conteúdo proposta por Bardin (2010. Constatamos que a base filosófica ainda é inconsistente e que, em muitas instituições, esta se confunde com os próprios objetivos do programa de treinamento ou simplesmente inexiste. O fato merece considerações e criticas, mas sabemos que a filosofia não é desenvolvida durante os cursos de formação dos técnicos.The current study is a piece from the original project entitled "Diagnosis of the Artistic Gymnastics Development Program in Brazil". Among others issues, the coaching philosophy of coaches who are developing gymnasts that may be representative of the national team was a matter of analysis. We interviewed 46 coaches from 29 sports institutions in Brazil. As data collection we used a semi-structured interview and for data treatment we adopted the content analysis method of Bardin (2010. We have found out that there is an inconsistent philosophical basis, and in many institutions this has been mixed up with the objectives of the training program or just doesn't exist. This fact needs consideration and criticism, but we know that the coaching philosophy is not developed during the coaching education courses.

  16. Filosofia da Religião e Ciência da Religião: breves incursões em diálogo com Schleiermacher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davison Schaeffer de Oliveira

    2016-12-01

    Full Text Available A questão da relação sistemática entre Filosofia da Religião e Ciência da Religião permanece até hoje controvertida, mesmo considerando possíveis pontos de convergência. Tais controvérsias orientam, explícita ou implicitamente, a seleção dos autores que são considerados clássicos para a área científica da religião. Este é o caso, por exemplo, da difusa recepção da obra de Schleiermacher (1768-1834, um proeminente pensador da religião do século XIX cujo lugar entre o rol dos pioneiros nas pesquisas científicas da religião continua sendo objeto de discórdia para os especialistas. Não obstante, dificilmente se compreende a trajetória das teorias da religião desenvolvidas nos últimos dois séculos desconsiderando a mudança paradigmática que Schleiermacher inaugurou. Neste artigo, propomos expor de maneira concisa sua Filosofia da Religião, a fim de justificar o porquê de sua importância ora reivindicada, e como seu programa epistemológico forneceu um modelo original e inovador para o estudo da religião em sua época, cuja metodologia deixou marcas indeléveis para as investigações filosóficas e científicas da religião. 

  17. O portador de altas habilidades e sua inclusão na sociedade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lucia Batista

    2012-04-01

    Full Text Available O presente artigo trata da questão dos portadores de altas habilidades e sua inclusão na sociedade. Os portadores de altas habilidades são sujeitos inquiridores, não conformistas e dotados de grande curiosidade o que propicia dificuldades adaptativas, pois a sociedade é não-convencional, apresentando uma resistência natural às diferenças qualitativamente superiores. Cabe portanto à escola possibilitar a integração deste pequeno grupo ao contexto social e uma das maneiras de fazê-lo é estabelecendo um diálogo com o objeto do conhecimento muito bem propiciado pela Filosofia, a qual predispõe a uma busca de questionamentos e resolução de problemas. Através da Filosofia, os alunos participam ativamente da construção do conhecimento - o que é capaz de tornar o ensino prazeroso e desafiador, desenvolvendo desde muito cedo o exercício do pensar e refletir.

  18. A crítica contemporâna a Heráclito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Souza Cleto

    2015-07-01

    Full Text Available O debate contemporâneo a respeito da importância de Heráclito tem apresentado uma valorização dos elementos antropológicos, contribuindo para a reavaliação da tendência que enfatizava os aspectos cosmológicos e físicos da filosofia pré-socrática, aquela que modulou basicamente a historiografia da filosofia antiga, na qual os elementos da natureza (physis eram refletidos conforme a conjuntura epistemológica do final do século XIX e início do XX. Dentre a numerosa crítica contemporânea, podem-se destacar, especialmente, os estudos de Voegelin, Snell e Jaeger, que expressam as tensões que ocorreram nos estudos heraclitianos. Considerando esse cenário epistemológico e hermenêutico, além de adotar o reordenamento dos fragmentos efetuado por Charles H. Kahn em detrimento ao de Diels, o presente artigo examina o esforço contemporâneo que busca alcançar nos registros de Éfeso os indícios da antropologia filosófica.

  19. Dar Sentido à Experiência do Gesto na Classe Técnica: um olhar sobre a prática de quatro professoras no Quebec

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Johanna Bienaise

    2016-09-01

    Full Text Available Este artigo examina o ensino da classe técnica contemporânea na formação pré-profissional no Quebec em um contexto de heterogeneidade das práticas coreográficas. Analisa-se mais especificamente o testemunho de quatro artistas professores: Kelly Keenan, Manon Levac, Sandrine Vachon e Jamie Wright. Essa análise destaca suas filosofias de ensino e as escolhas pedagógicas que conduzem essas educadoras a uma abordagem do movimento corporal ao mesmo tempo estruturada e sensível, em uma relação constantemente renovada com seus estudantes.

  20. Intervenção psicológica em um trabalho interdisciplinar na recuperação de atletas lesionados de futebol

    OpenAIRE

    Pesca, Andréa Duarte

    2004-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. A presente pesquisa teve como objetivo verificar a intervenção psicológica (técnica de relaxamento progressivo, estabelecimento de metas, visualização e respiração profunda), através de um trabalho interdisciplinar entre o psicólogo e o fisioterapeuta auxiliando na recuperação de atletas lesionados.O estudo foi realizado com três atletas lesionad...

  1. Nova filosofia de cálculo de estruturas de aço-eurocódigo 3

    OpenAIRE

    Ramos, Rui António Rodrigues

    1993-01-01

    Dissertação apresentada para obtenção do grau de Mestre em Estruturas de Engenharia Civil, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, sob a orientação do Prof. Doutor José António F. Mota Freitas

  2. Transmodernidade e interculturalidade: interpretação a partir da filosofia da libertação

    OpenAIRE

    Dussel, Enrique

    2016-01-01

    Ao reconhecer uma nova localização das culturas periféricas na história mundial, bem como partindo de uma concepção não monolítica e não substancialista de cultura, este artigo localiza, por um lado, a Europa na história mundial e propõe, por outro, um diálogo intercultural simétrico entre críticos das culturas ditas periféricas. Essas culturas periféricas foram colonizadas, excluídas, desprezadas, negadas e ignoradas pela Modernidade eurocentrada, porém, não foram eliminadas. O desafio que s...

  3. Considerações sobre a teoria do cérebro triuno e sua relevância para uma filosofia da mente e das emoções = Remarks on the triune brain theory and its relevance to a philosophy of mind and emotions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mograbi, Gabriel José Corrêa

    2015-01-01

    Full Text Available Este artigo estabelece algumas relações fundamentais entre evolução, a teoria do cérebro triuno e a relevância que esta pode ter para a fundamentação empírica de uma filosofia da mente e das emoções. Inicialmente, será especialmente considerada a posição do filósofo Ronald de Sousa no seu já clássico artigo “The Mind’s Bermuda Triangle: Philosophy of Emotions and Empirical Science”, parte do Oxford Handbook of Philosophy of Emotions. A segunda seção discute a validade da teoria do “cérebro triuno” como abordagem neuroetológica evolutiva, delineando sua divisão tripartite do cérebro e analisando críticas e elogios às suas ideias, além de considerações de neurocientistas importantes no campo do estudo das emoções como Ledoux e Panksepp sobre tal tema. Na terceira seção, trato de um trabalho de Pollen e Hofmann que nos serve de apresentação de novas abordagens contemporâneas para a compreensão da evolução do cérebro. Como conclusão delineio um marco de trabalho na forma de uma agenda de pesquisa para as relações entre biologia evolutiva, neurociência e o estudo filosófico das emoções

  4. A introdução dos estudos de história natural na reforma pombalina-o quadro cultural e o movimento das ideias

    OpenAIRE

    Brigola, João

    2012-01-01

    Idenficam-se os autores e as ideias que, no período joanino, influenciaram o movimento de reforma da Universidade de Coimbra, cujo elemento mais inovador se corporizou na criação de duas novas faculdades (a de Matemática e a de Filosofia Natural) e na alteração programática profunda na de Medicina. Referência aos nomes dos professores mais inflentes neste período, aos Estatutos e à criação de novos equipamentos pedagógicos e científicos: jardim botânico; gabinete de história natural; gabinete...

  5. A PRESENÇA DE SAUSSURE NA TEORIA DA ARGUMENTAÇÃO NA LÍNGUA DE OSWALD DUCROT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leci Borges Barbisan

    2014-06-01

    Full Text Available O texto “A presença de Saussure na Teoria da Argumentação na Língua” tem por objetivo avaliar a filiação da teoria, criada por Oswald Ducrot na École de Hautes Études em Sciences Sociales de Paris, a conceitos de Ferdinand de Saussure. È mostrada inicialmente a importância que o Curso de Linguística Geral assumiu , apesar das dificuldades que contém, para a preservação do pensamento de Saussure, e a valiosa contribuição que trouxe para o desenvolvimento de teorias não apenas da linguagem, mas também das ciências humanas, durante o século XX. Dentre os conceitos mais relevantes do saussurianismo são destacados os de relação e de valor. A Teoria da Argumentação na Língua constrói uma interpretação do valor linguístico saussuriano pelo olhar da alteridade que se encontra no diálogo O Sofista de Platão. É a partir dessa noção que Ducrot, excelente conhecedor da Filosofia clássica, desenvolve seu conceito de valor argumentativo, mostrando como, pela relação entre entidades lexicais, é possível explicar os sentidos que se encontram em discursos. Em vista disso, o sentido decorre da linguagem, não é resultado de referência à realidade. Na conclusão, surge uma questão: Ducrot ultrapassou Saussure? Responde-se negativamente, considerando-se que o trabalho de Ducrot, embora seja devedor do pensamento de Saussure, não o continuou, produziu uma semântica sintagmática da língua.

  6. Uma filosofia do futuro? Robert James Maddox e a sua perspectiva sobre a bomba atômica

    OpenAIRE

    Mario Marcello Neto

    2017-01-01

    Qual a função e o sentido do “futuro” na História? Esta pergunta pode ser respondida neste artigo a partir da perspectiva historiográfica de Robert James Maddox. Esse historiador ortodoxo estadunidense dedicou boa parte de sua vida acadêmica aos estudos sobre a bomba atômica e a descontruir os “mitos” daqueles que contestavam o uso das bombas nucleares por parte dos EUA. Argumentando que Maddox opera num sentido que tenta ver uma unidade no passado estadunidense frente a um presente ainda mai...

  7. MUITO MAIS DO QUE SONHA NOSSA VÃ FILOSOFIA: DO DISCURSO PLATÔNICO AO FANTÁSTICO BORGEANO

    OpenAIRE

    Mitidieri, André Luis; UESC; Oliveira, Elisângela dos Reis; UNEB

    2012-01-01

    Este artigo analisa Ficciones através da narrativa “Las ruinas circulares” apontando alguns dos precursores de seu autor, Jorge Luis Borges, nos interstícios da leitura de sua própria ficção narrativa. Nessa perspectiva, busca desvendar a forma como o ficcionista permite-nos antever, através de seus textos literários, sua teoria sobre o Fantástico na literatura hispano-americana. A leitura de Borges conduziu-nos, em especial, à releitura do filósofo grego Platão - mais especificamente do livr...

  8. O desejo na Grécia Helenística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zeferino Rocha

    Full Text Available O presente trabalho é a terceira e última parte de uma pesquisa sobre “O desejo na Grécia Antiga”. Na primeira parte, reunimos as manifestações do desejo nos poemas épicos, líricos e trágicos, bem como nas máximas dos sete sábios e na doutrina dos filósofos pré-socráticos da Grécia Arcaica. Na segunda, apresentamos o essencial da sistematização teórica que, na Grécia Clássica, Sócrates, Platão e Aristóteles deram a essas primeiras manifestações do desejo. Nesta última parte, depois de lembrar a origem e as características da cultura helenística, vamos ver o que os epicuristas e os estóicos, no contexto de suas respectivas filosofias, disseram sobre o desejo no Jardim de Epicuro e no Pórtico Antigo de Zenão e Crísipo.

  9. Fome, comida e bebida na música popular brasileira: um breve ensaio

    OpenAIRE

    Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de; Vasconcelos, Mariana Perrelli; Vasconcelos, Iris Helena Guedes de

    2015-01-01

    O artigo reflete sobre como as temáticas fome, consumo de refrigerantes e consumo de feijão com arroz são enfocadas na música popular brasileira. Investigamos os anos de ditadura militar (1964-1985). O foco da análise é a chamada canção de protesto, gênero musical caracterizado por críticas estético-cultural, político-ideológica e social aos governos militares. Tomando como referencial teórico os estudos de ideologia e filosofia da linguagem de Mikhail Bakhtin, evidenciamos que a canção de pr...

  10. Emancipação intelectual na cultura cibernética

    OpenAIRE

    Barbosa, Maria Jósé de Oliveira

    2013-01-01

    Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Filosofia A presente proposta de trabalho visa compreender, partindo da configuração proposta por J. Rancière do inconsciente estético da tradição ocidental, o impacto na textura sensível do advento da interação do homem com as máquinas cibernéticas. A leitura feita por Rancière da história ocidental, cuja estrutura originária é a herdada da exegese cristã do cômputo da hermenêut...

  11. Transmodernidade e interculturalidade: interpretação a partir da filosofia da libertação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Dussel

    2016-04-01

    Full Text Available Ao reconhecer uma nova localização das culturas periféricas na história mundial, bem como partindo de uma concepção não monolítica e não substancialista de cultura, este artigo localiza, por um lado, a Europa na história mundial e propõe, por outro, um diálogo intercultural simétrico entre críticos das culturas ditas periféricas. Essas culturas periféricas foram colonizadas, excluídas, desprezadas, negadas e ignoradas pela Modernidade eurocentrada, porém, não foram eliminadas. O desafio que se coloca é o de estabelecer um diálogo transmoderno e simétrico entre essas culturas - tratadas como exterioridades da Modernidade - a fim de responder de outros lugares os desafios da Modernidade e pós-modernidade europeia.

  12. POLÍTICA, ECONOMIA, SOCIEDADE, FILOSOFIA E CIÊNCIA: CORRELAÇÕES HISTÓRICAS NOS OITOCENTOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Santiago dos Santos

    2015-03-01

    Full Text Available O século XIX foi um período histórico marcado por grandes transformações sociopolíticas, geográficas, filosóficas e científicas oriundas, em grande parte, dos ideais pós-revolução do século XVIII e da ascensão da burguesia. A formação dos Estados-nação europeus e a dominação imperialista do mundo por nações como Inglaterra, França, Itália, Rússia e Estados Unidos da América, associadas à crescente racionalização da ciência e aos avanços tecnológicos sem precedentes, são características indeléveis dos Oitocentos. A visão mecanicista do mundo e a tentativa de explicar os fenômenos sociais por meio dos métodos estatísticos também são fatores inerentes ao pensamento científico do período. O positivismo e as ideias revolucionárias de Charles Robert Darwin e Alfred Russel Wallace são, igualmente, marcas do século que, transformando a sociedade e a economia, também influenciaram o modo de pensar da atualidade.

  13. Continuidade ou ruptura? Uma análise de alguns aspectos da filosofia social de John Stuart Mill, Alfred Marshall e John Maynard Keynes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LAURA VALLADÃO DE MATTOS

    2015-06-01

    Full Text Available O artigo argumenta que é possível se falar em uma 'tradição' no campo de filosofia social e econômica unindo as obras de J.S. Mill e Alfred Marshall e J.M. Keynes. Essa 'tradição' pode ser caracterizada pelas seguintes concepções: (a pela rejeição moral aos valores aquisitivos do capitalismo; (b pela visão de que o sistema capitalista seria incapaz de resolver de forma espontânea as questões das desigualdades de renda e riqueza e da pobreza; (c pela ideia de que, por uma questão de garantia de liberdade e da diversidade, além de por questões de eficiência econômica, dever-se-ia deixar a iniciativa individual agir livremente nas esferas em que é capaz de engendrar bons resultados, mas que o Estado deveria intervir, quando essa falha, atuando em benefício da coletividade; (d pela crença de que seria possível melhorar significativamente esse sistema por meio de mudanças pontuais e graduais.

  14. Hirsch's index: a case study conducted at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. Torro-Alves

    2007-11-01

    Full Text Available An analysis of scientific bibliographic productivity using the Hirsch h-index, information from the Institute of Scientific Information database and the Curriculum Lattes (CNPq, Brazil was performed at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP that has four departments in natural, biological and social sciences. Bibliometric evaluations of undergraduate programs showed a better performance of the departments of Chemistry (P < 0.001 and Biology (P < 0.001 when compared to the departments of Physics and Mathematics and Psychology and Education. We also analyzed the scientific output of the six graduate programs of FFCLRP: Psychology, Psychobiology, Chemistry, Physics Applied to Medicine and Biology, Comparative Biology, and Entomology. The graduate program in Psychology presented a lower h-index (P < 0.001 and had fewer papers indexed by the ISI web of science (P < 0.001 when compared to the other graduate programs. The poorer performance of the Psychology program may be associated with the limited coverage by the Thompson Institute of Scientific Information database.

  15. The origins of psychology in Italy: Themes and authors that emerge through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy].

    Science.gov (United States)

    Bartolucci, Chiara; Lombardo, Giovanni Pietro

    2012-08-01

    This article examines the scientific-cultural context of the second half of the 1800s, during which psychological science emerged in Italy. The article explores the contribution made by the emergence of the primary research traditions of that period, namely, physiological anthropology and phreniatry, by means of a methodology that combines content analysis with a classical historiographical study of the period. Themes and authors deriving from the various disciplines in the human and natural sciences were identified through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy], a periodical that is representative of Italian positivism. The analysis highlights the epistemological perspective held by scholars who, distancing themselves from the mechanistic reductionism of the proponents of positivism, integrated a naturalistic and evolutionary conceptualization with the neo-Kantian critique. A clearly delineated naturalistic and differential perspective of scientific research that brought about the birth of psychology as an experimental discipline in Italy in the 1900s emerges from the analysis, including psychology and psychopathology as studied by the phreniatrists Gabriele Buccola, Enrico Morselli, and Eugenio Tanzi; Tito Vignoli and Giuseppe Sergi's work in comparative anthropology; Giulio Fano's approach and contribution to physiology; and Enrico Ferri's contribution to criminology. (PsycINFO Database Record (c) 2012 APA, all rights reserved).

  16. Hirsch's index: a case study conducted atthe Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

    Science.gov (United States)

    Torro-Alves, N; Herculano, R D; Terçariol, C A S; Kinouchi Filho, O; Graeff, C F O

    2007-11-01

    An analysis of scientific bibliographic productivity using the Hirsch h-index, information from the Institute of Scientific Information database and the Curriculum Lattes (CNPq, Brazil) was performed at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP) that has four departments in natural, biological and social sciences. Bibliometric evaluations of undergraduate programs showed a better performance of the departments of Chemistry (P < 0.001) and Biology (P < 0.001) when compared to the departments of Physics and Mathematics and Psychology and Education. We also analyzed the scientific output of the six graduate programs of FFCLRP: Psychology, Psychobiology, Chemistry, Physics Applied to Medicine and Biology, Comparative Biology, and Entomology. The graduate program in Psychology presented a lower h-index (P < 0.001) and had fewer papers indexed by the ISI web of science (P < 0.001) when compared to the other graduate programs. The poorer performance of the Psychology program may be associated with the limited coverage by the Thompson Institute of Scientific Information database.

  17. Indigência e penúria na era da técnica = Indigence and penury in the technical age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Junior, Wanderley José

    2012-01-01

    Full Text Available Toma-se como referências básicas algumas reflexões do filósofo Martin Heidegger sobre o domínio planetário da técnica para mostrar a penúria de uma época marcada pelo fim da filosofia mediante sua realização como metafísica nas ciências técnicas. Explicita-se ainda como esse fim da filosofia na era do domínio planetário da técnica pode se constituir o ponto de partida para um novo começo do pensar, que pensa para além dos limites impostos pelo pensamento calculador. Na parte conclusiva do artigo procura-se determinar o caráter e a tarefa que caberia a essa nova forma de pensar e conhecer que nos aproxima das coisas tais como são

  18. O enfoque histórico-filosófico da ciência no ensino e na formação inicial de professores de física

    OpenAIRE

    Biscaino, Aline Portella

    2012-01-01

    Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar no processo de formação inicial de licenciandos em Física, de uma universidade pública, o desenvolvimento da História e Filosofia da Ciência e o que dizem esses licenciandos sobre a utilização desse enfoque em situações de estágio de regência. Para isso, acompanhamos um grupo de licenciandos de uma universidade pública durante o ano de 2010, nas atividades desenvolvidas na disciplina de Prática de Ensino e Estágio Supervisionado em Física, busca...

  19. A voz inaudita: notas para uma filosofia-poética da educação

    OpenAIRE

    Maximiliano Valerio López

    2012-01-01

    Este trabalho se ocupa da reconsideração das noções de formação e transmissão à luz dos conceitos de máquina antropológica e ociosidade, desenvolvidos pelo filósofo italiano Giorgio Agamben. Tal reconsideração implica mudanças gnosiológicas, linguísticas, éticas e políticas. A hipótese central é que aquilo que, nos limites em que tem sido concebido na tradição ocidental, se entende como o humano, não é algo preexistente (uma substância), mas o resultado de um dispositivo histórico e político ...

  20. O ensino de conteúdos de História e Filosofia da Ciência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Bastos

    1998-01-01

    Full Text Available O presente trabalho de pesquisa consistiu em duas etapas: (i produção de um Guia de Estudos em que a história das pesquisas sobre a febre amarela (1881-1903 foi usada como subsídio para a discussão de alguns importantes aspectos do processo de produção de conhecimentos na ciência; (ii realização de experiência pedagógica em que o Guia de Estudos foi aplicado junto a alunos do ensino médio. Os resultados obtidos forneceram evidência da viabilidade do uso da História da Ciência no Ensino de Ciências.

  1. Algumas considerações sobre a consciência na perspectiva fenomenológica de Merleau-Ponty Notes on the concept of conscience in Merleau-Ponty's phenomenology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Regina de Lima Moreira

    1997-12-01

    Full Text Available O presente estudo aborda, em caráter introdutório, a evolução do conceito de consciência na Filosofia Ocidental, especialmente na fenomenologia de Merleau-Ponty. Em quase toda a História da Filosofia, a consciência é considerada como uma função puramente intelectual, em oposição ao corpo, através da qual o homem pode alcançar o verdadeiro conhecimento. Merleau-Ponty apresenta uma nova concepção da consciência, na qual a realidade do cogito e a realidade corporal compõem uma unidade.The paper is an introduction to the study of the concept of conscience in Western Philosophy, especially in the Merleau-Ponty's phenomenology. In almost the whole History of Philosophy, conscience is primarily taken as an intellectual function, with no bodily constitution, enabling human beings to achieve true knowledge. Merleau-Ponty proposes a new concept of conscience, in which the realities of cogito and the body are taken as an unit.

  2. Kelsen leitor de Kant: considerações a respeito da relação entre direito e moral e seus reflexos na política [Kelsen, reader of Kant: considerations regarding the relationship between Law and Moral and its consequences in politics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Foroni Consani

    2016-09-01

    Full Text Available Este artigo investiga, a partir das teses de Kant e de Kelsen, as consequências, no âmbito da filosofia política e do direito, da aceitação e da negação da metafísica na fundamentação da moral e do direito. Tendo em vista a influência do pensamento kantiano em Kelsen, na primeira seção apresenta-se a relação entre direito e moral em Kant; na segunda seção mostra-se como se estabelece a relação entre direito e moral em Kelsen e, por fim, na terceira seção realiza-se uma avaliação de ambas as propostas e de seus reflexos na política.

  3. Contribuições da filosofia para a pesquisa em enfermagem Contribuciones de la Filosofía para la investigación en Enfermería Philosophy's contributions to research in Nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquell Alves de Araújo

    2012-06-01

    Full Text Available Objetivou-se realizar um levantamento das pesquisas, na área de Enfermagem, que fizeram uso da filosofia com perspectiva de compreender sua prática, buscando identificar sua contribuição para a profissão. Trata-se de um estudo cuja base metodológica é a revisão integrativa, de caráter crítico e retrospectivo, com fonte de dados secundários. Para a seleção dos artigos utilizaram-se as bases de dados Lilacs e Medline. A amostra desta revisão constituiu-se de 31 artigos. Após análise dos artigos, os resultados apontaram que há uma dominação de estudos qualitativos e reflexivos, utilizando a fenomenologia como abordagem filosófica, predominando o referencial teórico do filósofo Martin Heidegger. Concluiu-se que a fenomenologia tem sido cada vez mais utilizada em trabalhos realizados no campo da Enfermagem, o que reflete a preocupação em compreender os fenômenos vividos no seu cotidiano. Assim, tem apresentado subsídios expressivos para a práxis da profissão e, especialmente, para a edificação do conhecimento enquanto disciplina.Este artículo tuvo como objetivo evaluar las investigaciones, en el área de la Enfermería, que utilizaron la filosofía para comprender su práctica, identificando su contribución para la profesión. Es un estudio de revisión integrada, de carácter crítico y retrospectivo. Para seleccionar los artículos, utilizamos las bases de dados Lilacs y Medline. La muestra de esta revisión tuvo 31 artículos. Después de analizarlos, los resultados indicaron que los estudios cualitativos y reflexivos predominaron, utilizando la fenomenología como abordaje filosófica, predominando el referencial teórico del filósofo Martin Heidegger. Llegamos a la conclusión de que la fenomenología tiene sido cada vez más utilizada en trabajos realizados en el campo de la Enfermería, y esto refleja la preocupación en comprender los fenómenos vividos en su rutina. Así, se ha presentado importantes

  4. Pressupostos metafísicos e epistemológicos na pesquisa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guareschi Pedrinho A.

    2003-01-01

    Full Text Available Trata-se de uma reflexão sobre os pressupostos metafísicos e epistemológicos subjacentes à pesquisa em psicologia. O trabalho está dividido em três partes. Na primeira parte discute a importância da filosofia para a investigação social em geral, dando ênfase à pesquisa em psicologia. Na segunda parte, o cerne do artigo, reflete-se sobre três pontos específicos: primeiro, qual a especificidade do objeto que queremos investigar? Qual seu estatuto metafísico (ontológico?; em segundo lugar, quais as implicações (pressupostos presentes nessa mesma prática investigativa? O que está implícito, o que carregamos conosco, ao fazermos pesquisa?; finalmente, uma reflexão sobre a linguagem e a realidade a que essa linguagem se refere. Na terceira parte, a intenção é escolher algumas técnicas de pesquisa, determinados instrumentais empregados nas atividades de investigação e deixar-se surpreender sobre seus pressupostos tácitos e suas implicações. O artigo conclui com algumas considerações sobre a ética na pesquisa.

  5. Construção de escalas de figuras à luz da filosofia Construcción de escalas de figuras según la filosofia Construction of optometric scales in the light of philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosane Arruda Dantas

    2005-12-01

    Full Text Available É por meio do caminhar que surge o novo. Objetiva-se fundamentar os novos aspectos encontrados na construção das escalas optométricas de figuras conforme a sua forma e conteúdo. Trata-se de uma reflexão (bibliográfico-analítica, feita a partir da dissertação de Dantas. Observa-se que a matéria é a escala optométrica pronta para uso. Já a forma é o que foi desenvolvido até gerar a matéria, cálculos ópticos e a lei da refração, além da anatomia e fisiologia ocular. O novo aspecto desenvolvido é a cultura. A questão filosófica demonstra a infinitude do conhecimento e revela que a visão de determinada pesquisa em um momento pode ser redimensionada em outro.A través del andar es que surge lo nuevo. Se objetiva basar los nuevos aspectos encontrados en la construcción de las escalas de optometría de figuras según su forma y contenido. Es uma reflexión (bibliográfico analítica, basada en la dissertación de Dantas. Se observa que la materia es la escala de optometría pronta para el uso. Ya la forma es lo que fue desarrollado hasta generar materia, cálculos ópticos y la ley de refracción, además de anatomía y fisiología ocular. El nuevo aspecto desarrollado o sea la cultura. La cuestión filosófica muestra la infinidad de conocimiento y revela que la visión de determinada pesquisa puede ser dimensionada, en un momento, en otra.It is by walking that the new arises. This study aims at establishing new issues in the construciton of optometric scales of pictures accordingly to their shape and content. It is a reflection (bibliographic-analytical based on Danta's dissertation. It is observed that the matter is the optonometric scale ready for use. The shape, in turn, is what was developed until the generation of the matter, the optical calculations and the law of refraction, apart from the ocular anatomy and physiology. The new aspect developed is culture. The philosophical question shows the infinity of knowledge and

  6. UMA FILOSOFIA ONTOLÓGICA DA INFÂNCIA E OS EXERCÍCIOS POÉTICOS DE SER CRIANÇA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ELAINE DA SILVA CARVALHO DONATO (UESB

    2017-06-01

    Full Text Available RESUMO: O presente trabalho tem por objetivo a leitura do livro Exercícios de Ser Criança (1999, à luz da filosofia de Gaston Bachelard (1884-1962, principalmente pelo significado teórico que a infância toma nas poéticas do Devaneio e do Espaço. Exercícios de ser criança (1999, primeiro livro do poeta Manoel de Barros publicado com a classificação infanto-juvenil, recupera as principais características do programa poético manoelino: a aversão ao utilitarismo da linguagem, o universo infantil como temática central, o devaneio como exercício poético. Assim, temas como brincadeiras, travessuras e o modo próprio de como a criança vive o devaneio são recorrentes em toda a obra. Neste sentido, busca-se compreender como Manoel de Barros, por meio de seu fazer poético, toma a infância como signo de eterno retorno a um tempo que, a priori, é irrecuperável, mas que através dos exercícios poéticos de ser criança, torna-se um espaço permanentemente imóvel, de recordação, de revisitação. A infância como espaço de memória e criação poética. Palavras- Chave: Manoel de Barros. Infância. Poesia Brasileira. Bachelard.

  7. A realidade do mundo da ciência: um desafio para a história, a filosofia e a educação científica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Salles O. Barra

    1998-01-01

    Full Text Available O esclarecimento e a justificação dos modos pelos quais as teorias científicas apreendem e não apreendem o mundo real são tratados como problemas pertinentes à história e filosofia da ciência. Pretende-se que estes sejam também desafios próprios da educação científica. A defesa de uma concepção realista das teorias científicas é mostrada como uma maneira adequada e consistente de enfrentar esse desafio.

  8. A Biblioteconomia e a Ciência da Informação na taxionomia das ciências de Charles Sanders Peirce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Cândido de Almeida

    2005-07-01

    Full Text Available Mostra a taxionomia das ciências desenvolvida por Charles Sanders Peirce (1839-1914 que divide as ciências em três ramos: ciências teóricas, ciências da revisão e ciências aplicadas. Detalha principalmente as ciências teóricas: a Matemática, a Filosofia e a Idioscopia. Discute também o conceito de Biblioteconomia e de Ciência da Informação e que segundo as definições e características, encontradas na literatura consultada, estão na condição de ciências aplicadas, direcionadas a problemas práticos da sociedade, ou seja, o problema de controle e disseminação da informação.

  9. EDUCAÇÃO NA E PARA A DEMOCRACIA NO BRASIL: CONSIDERAÇÕES A PARTIR DE J. DEWEY E J. HABERMAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Perez Cabral

    Full Text Available RESUMO: O artigo tem por objetivo a reflexão sobre a educação para a democracia, no âmbito do Estado Democrático de Direito, no Brasil, fundamentando-a na filosofia social do pragmatista norte-americano John Dewey e do representante da "segunda geração" da Escola de Frankfurt, Jürgen Habermas. À luz do conceito de discurso e de seu potencial de aprendizagem racional, cognitiva e moral, propõe hermenêutica enriquecida do projeto constitucional de 1988, em que, superando o passado autoritário brasileiro, educação e democracia constituam experiências comunicativas indissociáveis na realização do projeto moderno de emancipação.

  10. A PRESENÇA DO SAGRADO NA LITERATURA EDUCACIONAL. RESSONÂNCIAS DA CRIANÇA DIVINA NO PENSAMENTO DE MARIA MONTESSORI 1

    OpenAIRE

    Araujo*, Alberto Filipe Ribeiro de Abreu; Ribeiro**, José Augusto Lopes

    2014-01-01

    * Professor Doutor em Educação no Departamento de Teoria da Educação e Educação Artística e Física do Instituto de Educação (IE) da Universidade do Minho (UM) Braga – Portugal. Correio eletrónico: ** Mestre em Ciências da Educação na área de especialização em Desenvolvimento Curricular pelo Instituto de Educação da Universidade do Minho (Braga – Portugal). Atualmente é Professor de Filosofia do Ensino Médio na Escola Secundária Sá de Miranda (Braga – Portugal). Correio el...

  11. Análise do VSM na produção de pás eólicas: o caso Riablades

    OpenAIRE

    Ribeiro, Mário António Vaz

    2012-01-01

    O Value Stream Mapping (VSM) é uma ferramenta integrada na filosofia de gestão Lean que tem provado a sua eficiência no apoio à identificação e eliminação de desperdícios em diversas áreas da indústria e prestação de serviços. Este projeto tem como objetivo analisar a cadeia de valor do processo produtivo de pás eólicas na empresa Riablades através da aplicação do VSM. Utilizando esta ferramenta foram representadas as várias etapas que compõem o processo produtivo, as suas l...

  12. A tensão de ensinar na (impotência de controle/The tension of teaching under the power (lessness of control

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Paula Toledo Monteiro

    2010-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta o estudo de caso de uma criança com “dificuldades de aprendizagem”. Os recursos teóricos que deram suporte a essa reflexão têm origem na psicanálise – nos escritos de Sigmund Freud sobre o inconsciente, o saber e a relação transferencial – e na filosofia, sob a ótica de Michel Foucault e seus apontamentos sobre poder, saber e verdade. This article presents the case study o fone child with “learning disabilities”. The theoretical backdrop that supported this reflection has its origins in psychoanalysis – in the writings of Sigmund Freud about desire, knowing and transference – and in philosophy, in the perspective of Michel Foucault and his entries concerning power, knowing and truth.

  13. O papel da tradição filosófica na construção da atitude crítica

    OpenAIRE

    Maria do Socorro Cordeiro de Sousa; Cicera Alves Agostinho de Sá; Cicero Reginaldo Nascimento Santos

    2013-01-01

    Este artigo é resultado de uma pesquisa de natureza bibliográfica que tem como objetivo geral a análise do processo de formação docente a partir de uma visão crítica advinda prioritamente da filosofia da educação. Assim, delineiam-se como objetivos específicos à contextualização da tradição filosófica na construção de uma postura crítica, a aplicabilidade do senso crítico na formação docente, bem como os aspectos interdisciplinares do exercício do magistério. O tema proposto tem como finalida...

  14. Sobre la imputabilidad del daño en materia de responsabilidad por las actividades peligrosas

    OpenAIRE

    Mantilla-Espinosa, Fabricio; Perdomo-Parada, Horacio

    2010-01-01

    Este artículo es un análisis crítico de ciertas posiciones doctrinales que pretenden aplicar en Colombia teorías sobre el nexo causal, elaboradas por la doctrina francesa. Se trata de explicar, de esta manera, algunas particularidades del régimen colombiano de responsabilidad   por  las actividades peligrosas.  De aceptarse en la jurisprudencia colombiana dichas posiciones se desfiguraría completamente el régimen especial de responsabilidad por las actividades peligrosas. Desfiguración qu...

  15. Sobre la imputabilidad del daño en materia de responsabilidad por las actividades peligrosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabricio Mantilla-Espinosa

    2010-03-01

    Full Text Available Este artículo es un análisis crítico de ciertas posiciones doctrinales que pretenden aplicar en Colombia teorías sobre el nexo causal, elaboradas por la doctrina francesa. Se trata de explicar, de esta manera, algunas particularidades del régimen colombiano de responsabilidad   por  las actividades peligrosas.  De aceptarse en la jurisprudencia colombiana dichas posiciones se desfiguraría completamente el régimen especial de responsabilidad por las actividades peligrosas. Desfiguración que conllevaría, en la práctica, a una confusión con el régimen general de responsabilidad  por culpa.

  16. IMPUTABILIDAD Y TRASTORNO POR DÉFICIT DE ATENCIÓN E HIPERACTIVIDAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DAVID LORENZO MORILLAS FERNÁNDEZ

    2013-07-01

    Full Text Available The aim of the following article is focused on effects that criminal liability could be have in person with a diagnosis of ADHD when an antisocial behaviour takes place attending to the fact that neither the main Scientific Doctrine nor the Justice Courts have been able to find common solutions, much of them partial but without any uniform jurisprudential treatment.

  17. LA DEFENSA PUTATIVA Y LA IMPUTABILIDAD DISMINUIDA EN EL CÓDIGO PENAL COLOMBIANO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Arturo Abello Gual

    2015-01-01

    Full Text Available In this paper a critical study of a case is made, it was possible to recognize a putative defense to a woman who shot against a taxi driver to mistakenly think that was the subject of an attack on the integrity of greater intensity what really happened

  18. O conceito kantiano de máxima e a solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica

    OpenAIRE

    Cordeiro, Renato Valois

    2011-01-01

    O presente artigo visa explicar o conceito kantiano de máxima. Seu propósito é aduzir uma interpretação capaz de identificar as diferentes funções deste conceito na filosofia de Kant. Além disso, o autor explora as consequências da sua análise na esfera da solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica. No cerne desta antinomia está a alegação de Kant, segundo a qual toda a “aparência” (Anschein) de conflito entre as máximas mecânica e teleológica provém da confu...

  19. A Paisagem na Obra de Helena Kolody e Miguel Bakun

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanderlei Kroin

    2017-10-01

    Full Text Available Pretende-se neste trabalho analisar comparativamente duas telas e dois poemas dos artistas paranaenses Helena Kolody e Miguel Bakun, a fim de observar como ambos, por meio de versos e cores, linguagem verbal e visual apresentam a natureza. Para tanto, tal estudo valer-se-á fundamentalmente dos pressupostos construídos pelo teórico francês Michel Collot, em relação à filosofia da paisagem. Para melhor desenvolvimento do trabalho será observado como o teórico citado caracteriza e define a paisagem na construção poética e de como essa construção se estende concomitantemente à pintura, haja vista que as duas artes em questão têm muitas relações em comum, são tidas como artes irmãs, representam sob diferentes signos o homem e tudo que o cerca construindo imagens para o leitor.

  20. Psyché (ψυχη. Os caminhos do acontecer psíquico na Grécia Antiga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zeferino Rocha

    Full Text Available O presente trabalho foi apresentado, como conferência de abertura, no V Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental, realizado na Cidade de Campinas (São Paulo entre 15 e 17 de setembro do presente ano. Nele foram delineados os principais momentos da trajetória do pensamento grego antigo no progressivo “acontecer” da psyché humana. O trabalho foi dividido em duas partes: a primeira, consagrada ao período da Grécia Arcaica, destacou o acontecimento da psyché nos poemas da tradição homérica, nos poemas líricos e, sobretudo, nos poemas trágicos, que prepararam o lugar de destaque que os primeiros filósofos présocráticos deram à psyché na sua maneira de ver o mundo. A segunda, correspondente ao período clássico, ressalta o cuidado da alma na filosofia de Sócrates e o significado metafísico que Platão e Aristóteles deram ao conceito de psyché, na medida em que o inseriram em suas respectivas filosofias. A conclusão indica, rapidamente, de que modo o acontecer psíquico continuou se realizando através da História da Humanidade e como, mais do que nunca, ele precisa ser repensado, hoje, para responder ao desafio que o mundo contemporâneo vem fazendo às ciências da alma.

  1. A Paisagem como Imagem e Representação do Espaço na Geografia Humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Pereira Santos

    2010-08-01

    Full Text Available Neste artigo procuramos dar uma base teórica mais aprofundada, assim como maior divulgação, a uma frente de pesquisa considerada pouco explorada na Geografia Humana, pela qual, a partir do paradigma do Espaço como objeto de estudo e da Paisagem como categoria de analise, defendemos à tese da Paisagem como sendo imagem e representação de espaço apropriado e produzido pelo homem. Utilizaremos, para tanto, fontes teóricas contemporâneas (Milton Santos, David Harvey, Gottdiener, etc. e da própria história do pensamento geográfico (Hartshorne, Carl sauer etc., assim como outras teorias das ciências humanas, sobretudo da Filosofia (Sartre, Wittgenstein, etc..

  2. Paradoxo e medo da morte: dimensões tanatológicas na obra de SØren Kierkegaard

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Gonçalves Campolina

    2016-04-01

    Full Text Available A morte enquanto possibilidade é uma das questões centrais problematizadas pela filosofia existencial de Soeren A. Kierkegaard. Assumir a responsabilidade por “tornar-se o que se é”, em um mergulho corajoso nas múltiplas possibilidades da existência, parece ser a grande conquista dos que acreditam na vida, afirmando a cada instante, o apelo inadiável da decisão. Para tanto, um pensamento profundo do desespero é necessário para encontrar o paradoxo absoluto e a superação do medo da morte. A partir dos conceitos de angústia, desespero, “doença até a morte” e “mortalmente doente”, o presente estudo pretende investigar as dimensões tanatológicas que atravessam a obra do filósofo dinamarquês.

  3. A tríade “Verdadeiro-Bom-Belo”: O lugar da beleza na Idade Média

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jan A. Aertsen

    2008-06-01

    Full Text Available Neste artigo, Jan Aertsen discute a compreensão da tríade “Verdadeiro-Belo-Bom” como representante de um conjunto de questões clássicas em filosofia, a qual corresponderia, do ponto de vista moderno, à suposição de que o sujeito possui três modos distintos de se relacionar com o mundo: cognitivo, estético e prático. O autor sugere que a tríade foi formulada explicitamente pela primeira vez na Idade Média; neste período, entretanto, a beleza não era considerada um problema “estético”.

  4. La matemática egipcia y el modelo ario-racista. Re-lectura crítica del origen de la filosofía europea; A matematica egípcia e o modelo ario-racista. Re-leitura crítica da orgem da filosofia europeia; Egyptian Mathematics and the Ario-racist model. Re-reading Critically the Origin of European Philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Proto Gutiérrez

    2017-01-01

    Full Text Available Resumen: El presente artículo es una re-lectura crítica del tránsito filosófico mythos-logos, desde una perspectiva liberacionista y de-colonial. Fundamentado en una técnica nihilista-nihilizante de-constructiva y en la demarcación de paralelos entre el pensamiento kemético antiguo y pre-platónico/platónico, presento el caso modélico que estructuró una historia griega de las matemáticas en la que el pensamiento negro-africano fue excluido de toda participación. Tal versión historiográfica es la que persiste en forma a-crítica en la mayor parte de los diseños curriculares colonizados por las epistemologías modernas, sin considerar el origen intercultural-dialógico de la filosofía europea misma.   Palabras clave: filosofía, historiografía, etnomatemáticas, educación.     Resumo: O presente artigo é uma releitura crítica do transito filosófico mythos-logos, a partir de uma perspectiva liberacionista e descolonial. Fundamentado em uma técnica nihilista-niilizante desconstrutiva e na demarcação de paralelos entre o pensamento kemético antigo e pré-platônico, apresento o caso modélico que estruturou uma história grega das matemáticas na qual o pensamento negro-africano foi excluído de participação. Tal visão historiográfica é a que persiste na forma a-crítica na maior parte dos desenhos curriculares colonizados pelas epistemologias modernas, sem considerar a origem intercultural-dialógico da mesma filosofia eurpeia.   Palavras-chave: filosofia, historiografia, etnomatemáticas, educação.     Abstract: This paper is a critical rereading of the philosophical transit mythos-logos from a liberationist and de-colonial perspective. Based on a nihilist-nehilizing de-constructive technique and on the demarcation of parallels between the ancient Kemetic thinking and pre-platonic/platonic thinking, I present the model case that structured a Greek history of mathematics in which the black-African thinking was

  5. ESCREVER E LER NA EJA: OFICINAS BIOGRAFEMÁTICAS DE TRADUÇÕES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larisa da Veiga Vieira Bandeira

    2014-04-01

    Full Text Available O artigo apresenta um recorte da pesquisa de mestrado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul intitulada Oficinas Biografemáticas: um modo de escrever e ler na Educação de Jovens e Adultos e que transita conceitualmente na e com a Filosofia da Diferença. A pesquisa propõe a utilização de intervenção investigativa como metodologia de trabalho e enfatiza a modalidade de oficinas Biografemáticas como estratégia de experimentações textuais e localiza a tradução como prática de desdobramento tomando-a como um dispositivo que aciona e requer diálogos; aproximações e modificação dos textos em processo singular. Apresenta os resultados a partir de diferentes relações entre os elementos literários, os alunos de EJA e a aposta feita em uma didática oficineira, na tradução da vida em textos com os quais experimentaram variações, transgressões e aberturas para outras possibilidades de leitura e escrita. Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos. Leitura. Escrita.

  6. Cultura cabocla: o messianismo como elemento da cultura popular e erudita na Guerra do Contestado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Bragado Sousa

    2016-02-01

    Full Text Available Há uma estreita relação entre os movimentos de resistência e cultura popular com o messianismo. Este artigo examina essa aproximação a partir do conceito dialético benjaminiano de “origem” (ursprung. A “origem” é um protofenômeno no sentido teológico, quer seja ele o Paraíso ou o comunismo primitivo, uma idade edênica e igualitária na Terra. Literalmente são “saltos” para fora da continuidade histórica linear que rompem com o desenvolvimento meramente evolucionista da História. A quebra da continuidade histórica não volta-se exclusivamente ao passado idealizado, mas também para o futuro, à utopia, ao millenium. Entre a experiência no passado e a expectativa no porvir há o que pode ser denominado de “tempo messiânico”. No contexto da História Cultural, pode-se dizer que o messianismo está inserido tanto na cultura erudita (nas filosofias de Walter Benjamin e Ernst Bloch, como na cultura popular (entre os caboclos do Contestado, no folclore. Estes elementos constituem uma hipótese de circularidade cultural.

  7. Compensation programs of companies who adhered to the differentiated levels of corporate governance of the São Paulo Stock Exchange Filosofia e modelo dos programas de remuneração das empresas que aderiram aos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo de Camargo Oliva

    2006-06-01

    Full Text Available The philosophy and models of the System of Compensation of administrators were analyzed to verify the degree of agreement with the good practice of corporate governance structure. The structure of corporate governance is made up of the Chairman of the Board of Directors, council members, CEO and the executive board. Literature reviewed disclosed only isolated aspects of governance and remuneration without any integrated format. Exploratory and descriptive methods were used for documentary research and field survey at the companies who had adhered to the differentiated levels of corporate governance of the São Paulo Stock Exchange (level 1, level 2 and new market. Conclusions showed that remuneration of the council member was reasonable without considering the variable component found in executive board. The organizations used short term indicators for the remuneration system and were already formalizing procedures. However, greater internal as well as external transparency is required to make these procedures more public.O objetivo deste artigo foi identificar, descrever e analisar a filosofia e os modelos do Sistema de Remuneração de administradores e verificar se estavam alinhados com as boas práticas da estrutura de Governança Corporativa. Compõem a estrutura de governança corporativa o Presidente do Conselho de Administração, os conselheiros, o Chief Executive Officer (CEO e a diretoria executiva. Na revisão da literatura constatatou-se a existência de obras que estudaram aspectos de governança e de remuneração separadamente, e não de forma conjunta e integrada. Para a realização da pesquisa¹ documental e do levantamento de campo foram utilizados os métodos exploratório e descritivo junto às empresas que aderiram aos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa (nível 1, nível 2 e novo mercado. Como principais conclusões, pôde-se verificar que a remuneração do conselheiro é módica, n

  8. A contribuição de Abraham Joshua Heschel para Filosofia das Ciências (The contribution of Abraham Joshua Heschel to Philosophy of Science - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2011v9n21p321

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Somberg Pfeffer

    2011-06-01

    Full Text Available Resumo O presente artigo defende que a ciência moderna não é a única ou a melhor forma de explicação possível da realidade.  A religião, especificamente, pode ser uma protagonista na construção de um novo paradigma de conhecimento em uma sociedade secularizada. A filosofia de Heschel busca na tradição judaica uma luz para o homem moderno. Esta tradição afirma que o mundo descansa sobre três pilares: estudar para participar da sabedoria divina, cultuar o criador e ter compaixão pelo nosso próximo. Nossa civilização subverteu esses pilares fazendo do estudo uma forma de alcançar o poder, da caridade um instrumento de relações públicas e do culto uma forma de adorar nosso próprio ego. Esta crise extrema exige uma reorientação radical: estudo, culto e caridade são fins, não meios. Os insights de Heschel podem ser fundamentais para compreensão da condição humana em sua historicidade e do mundo como lugar de realização da humanidade. Palavras chave: Heschel; ciência; religião.   Abstract The article argues that modern science is not the only or best explanation of reality. Religion, specifically, can be a protagonist in the construction of a new paradigm of knowledge in a secularized society. The philosophy of Heschel seeks guidance in Jewish tradition for the modern man. This tradition states that the world rests on three pillars: to study in order to participate in the divine wisdom; to worship the creator; and to have compassion for our neighbor. The philosopher states that our civilization has subverted these pillars making the study a way to achieve power, charity a public relations tool and cult a form of worshipping our own ego. This extreme crisis requires a radical reorientation: study, worship and charity are ends, not means. The insights of Heschel may be fundamental to understand the human condition in its historicity and the world as a place of humanity's fulfillment. Keywords: Heschel; science

  9. Resenha do livro EDMONDSON, Ray. Filosofia e princípios da arquivística audiovisual. Trad. Carlos Roberto de Souza. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Preservação Audiovisual/Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 2013. 224p.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabián Núñez

    2014-12-01

    Full Text Available Resenha do livro EDMONDSON, Ray. Filosofia e princípios da arquivística audiovisual. Trad. Carlos Roberto de Souza. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Preservação Audiovisual/Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 2013. 224p.

  10. Resenha do livro EDMONDSON, Ray. Filosofia e princípios da arquivística audiovisual. Trad. Carlos Roberto de Souza. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Preservação Audiovisual/Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 2013. 224p.

    OpenAIRE

    Fabián Núñez

    2014-01-01

    Resenha do livro EDMONDSON, Ray. Filosofia e princípios da arquivística audiovisual. Trad. Carlos Roberto de Souza. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Preservação Audiovisual/Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 2013. 224p.

  11. Novos conceitos em cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Bueno Terzi Coelho

    Full Text Available RESUMO Alguns dos pacientes admitidos em uma unidade de terapia intensiva podem enfrentar condições de doença terminal, que geralmente levam à morte. O conhecimento sobre cuidados paliativos é recomendado para os profissionais de saúde encarregados do cuidado destes pacientes. Em muitas situações, os pacientes devem ser avaliados diariamente, já que a introdução de novos tratamentos pode ou não ser benéfica para eles. As discussões entre os membros da equipe de saúde, relacionadas ao prognóstico e aos objetivos do tratamento, devem ser avaliadas cuidadosamente em cooperação com os pacientes e seus familiares. A adoção na unidade de terapia intensiva de protocolos relacionados a pacientes em final da vida é fundamental. É importante ter uma equipe multidisciplinar para determinar se é necessário deixar de iniciar ou mesmo retirar tratamentos avançados. Além disto, pacientes e familiares devem ser informados de que os cuidados paliativos envolvem o melhor tratamento possível para aquela situação específica, assim como respeitar suas vontades e considerar as bases sociais e espirituais dos mesmos. Assim, o objetivo desta revisão foi apresentar os cuidados paliativos como uma opção razoável para dar suporte à equipe da unidade de terapia intensiva na assistência a pacientes com doença terminal. São apresentadas atualizações com relação a dieta, ventilação mecânica e diálise nestes pacientes. Ainda, discutiremos o programa, comum nos Estados Unidos, conhecido como filosofia hospice, como alternativa ao ambiente da unidade de terapia intensiva/hospital.

  12. A formação na graduação dos profissionais de saúde e a educação para o cuidado de pacientes fora de recursos terapêuticos de cura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Anita Bifulco

    Full Text Available Este estudo trata de algumas questões fundamentais relacionadas com a filosofia dos Cuidados Paliativos (CP e propõe uma educação dos alunos de graduação por meio de cursos de CP com o objetivo de criar uma atitude humanitária nos futuros profissionais em relação àquele que está morrendo. A esperança está na intervenção sobre a formação dos profissionais da saúde, na reformulação curricular que contemple esta visão antropológica, para além da formação tecnocientífica necessária, e na implementação da filosofia de CP. Buscaram-se na literatura discussões sobre a formação destes profissionais e o cuidado do paciente fora de recursos de cura, porém não fora de recursos sintomáticos. A metodologia adotada combina revisão da literatura nacional e internacional com pesquisa empírica, por meio da aplicação de questionário a uma equipe multiprofissional, atuante em CP numa instituição de ensino. O estudo foi desenvolvido com abordagem qualitativa. Desvelou-se na área da saúde a necessidade de capacitar os profissionais de saúde a enfrentarem o cuidado destes pacientes por meio de uma educação continuada, fundamentada no conhecimento do processo de morte e morrer.

  13. Turismo rural na agricultura familiar

    OpenAIRE

    Candiotto, Luciano Zanetti Pessôa

    2007-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia. No contexto da globalização, o turismo é uma atividade econômica de suma importância, que ao comercializar paisagens e lugares, se manifesta também como um fenômeno que produz diversas implicações socioespaciais (culturais, ambientais, políticas, etc.). Considerando o debate acadêmico em torno de novas modalidades de turismo e da idéia de um turismo sus...

  14. Intuição, pensamento e ação na clínica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Beatriz Lisboa Guimarães

    2005-08-01

    Full Text Available O presente trabalho constitui um estudo de natureza teórico-conceitual, com dois eixos de narrativa: um no campo da filosofia, e outro no plano da análise da sociologia do conhecimento ou da cultura, que se deu, neste caso, na instância do discurso da clínica. Pretende-se contribuir para a análise da questão da diagnose, da terapêutica e do cuidado na cultura ocidental contemporânea. O objetivo específico foi trabalhar com a categoria da intuição como elemento básico do conhecimento da prática clínica, pela análise do processo que se manifesta em terapeutas e pacientes. Servimo-nos do Método Intuitivo proposto por Henri Bergson, visando colocar os limites de um pensamento estritamente racional e propondo a transposição deste método para a instância da clínica. A intuição foi tratada neste estudo como uma forma sintética de percepção/pensamento, na qual a realidade é apreendida por meio de uma consciência imediata, pautada na sensibilidade.

  15. Filosofia com a defensa personal

    OpenAIRE

    Terricabras, Josep Maria

    2007-01-01

    Com que la trajectòria vital i professional de cadascú està condicionada per moltíssimes circumstàncies, atzaroses la majoria, n’exposaré algunes que han emmarcat la meva trajectòria intel·lectual i que poden ajudar a entendre-la

  16. A crítica da razão nas ciências humanas e naturais na obra “O Eclipse da Razão” de Max Horkheimer.

    OpenAIRE

    Rodrigues, Eli Vagner

    2015-01-01

    O artigo analisa a crítica de Max Horkheimer ao conceito de razão relacionada às ciências humanas e naturais na forma como foi estabelecida enquanto instância reguladora na história da ciência e da filosofia no ocidente. A tese central de Horkheimer é a de que existe uma diferença fundamental entre a teoria segundo a qual a razão é um princípio inerente da realidade, e a doutrina segundo a qual a razão é uma faculdade subjetiva da mente. Analisa-se a forma como Horkheimer tenta demonstrar que...

  17. Filosofia da Libertação e Analítica da Dominação: uma leitura interseccional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caterina Rea

    2017-02-01

    Full Text Available Este texto pretende fundamentar uma filosofia da libertação a partir do seu reverso indissociável, a analítica da dominação/opressão. Nesta direção, ressaltamos a noção prático-teórica da interseccionalidade, entendida como a “apreensão cruzada e imbricada das relações de poder” (DORLIN, 2009: 9 e de seus processos dinâmicos de produção social e histórica. Elaborada a partir dos anos 1970 e 1980 no seio do Black Feminism e amplamente retomada pelas produções feministas pós-coloniais e subalternas mais recentes, esta noção permite abordar o fenômeno da dominação/opressão como um fenômeno complexo e plurifacetado. A categoria da interseccionalidade permite, assim, abarcar as diferentes expressões da dominação, entrelaçando as expressões em termos de gênero, sexualidade, raça/etnia, classe ou nacionalidade; ela permite também destacar o caráter plural das identidades dos grupos e dos sujeitos tocados pelos processos de dominação/opressão e articular a proliferação das lutas e das formas de libertação, simultaneamente direcionadas contra o sexismo, o heterossexismo, o racismo, a opressão de classe ou de nacionalidade. No contexto pós-colonial, entendido como “a tensão entre a superação do colonialismo e a persistência da colonialidade que regula as identidades de sexo/gênero, raciais e políticas” (BIDASECA; OTO; OBARRIO; SIERRA, 2015: 19, a noção da interseccionalidade visa a questionar tanto o universalismo eurocêntrico, compartilhado por boa parte do feminismo hegemônico, como o esencialismo mobilizado por diferentes grupos identitários que, no nome da defesa das culturas locais e específicas, chegam – em diversos casos – a justificar práticas culturais de tipo patriarcal e opressoras das mulheres e de quem enfrenta a heteronormatividade estabelecida (CRENSHAW, 1989/2005 e CASTILLO, 2015. Uma leitura feminista e pós-colonial dos processos interligados de libertação implica

  18. O conceito kantiano de máxima e a solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica The Kantian concept of maxim and the solution of the antinomy of teleological judgment in the third Critique

    OpenAIRE

    Renato Valois Cordeiro

    2007-01-01

    O presente artigo visa explicar o conceito kantiano de máxima. Seu propósito é aduzir uma interpretação capaz de identificar as diferentes funções deste conceito na filosofia de Kant. Além disso, o autor explora as consequências da sua análise na esfera da solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica. No cerne desta antinomia está a alegação de Kant, segundo a qual toda a "aparência" (Anschein) de conflito entre as máximas mecânica e teleológica provém da confus...

  19. O bibliógrafo: a experiência na Unicamp

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liane Maria Bertucci Bertucci

    2001-01-01

    Full Text Available Relatando o processo de escolha de um profissional para atuar como bibliógrafo (bibliographer na Biblioteca do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP, o texto discute aspectos do trabalho deste profissional na avaliação e manutenção do acervo da biblioteca, realizando a seleção dos materiais doados, indicando títulos para novas aquisições, solicitando doações para a Biblioteca e elaborando projetos que podem resultar em compra de livros e outros materiais ou em verba para cuidados especiais com o patrimônio da BIBIFCH. relatando el proceso de elección de un profesional para actuar como bibliógrafo (bibliographer en la Biblioteca del Instituto de Filosofía y Ciencias Humanas de la Universidad Estadual de Campinas – UNICAMP, el texto discute aspectos del trabajo de este profesional en la evaluación y mantenimiento del acervo de la biblioteca, realizando la selección de los materiales donados, indicando títulos para nuevas adquisiciones, solicitando donaciones para la biblioteca y elaborando proyectos que pueden resultar en la compra de libros y otros materiales o en recursos financieros para cuidados especialies relativos al patrimonio de la BIBIFCH.

  20. A amizade na sala de aula e a educação inclusiva: reflexões filosóficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alonso Bezerra de Carvalho

    2017-11-01

    Full Text Available Este artigo tem o objetivo de discutir a importância da amizade desde a formação docente, de maneira a contribuir para o enfrentamento dos desafios que emergem na sala de aula. De caráter teórico-filosófico, as reflexões aqui tratadas visam debater acerca da necessidade que os professores demonstram ao lidar com condutas e maneira de ser dos alunos, que, a princípio, se distanciam daquilo que é considerado normal. Para tanto, o tema da amizade, como aborda a Filosofia, pode ajudar não apenas na compreensão, mas na mudança das concepções e das atitudes que os professores têm a respeito dos alunos deficientes. Segundo Aristóteles, a amizade é a capacidade e a disposição que temos de viver junto com o outro, querendo para nós aquilo que se crê que seja bom, e feita por causa desse outro, o que pode garantir um bom desempenho do professor na construção e na prática de uma Educação Inclusiva inovadora.

  1. Niilismo, Ressentimento e Patologia: A Filosofia de Schopenhauer como Sintoma da Decadência Cultural Europeia Segunda a Crítica de Friedrich Nietzsche

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Vagner Rodrigues

    2017-02-01

    Full Text Available Pretende-se neste artigo abordar o problema da relação entre o ressentimento e a formação dos juízos morais presentes na obra de Schopenhauer a partir de uma perspectiva crítica proposta por Nietzsche que tem suas bases na constatação de que existe na ética ocidental um enfraquecimento das posturas afirmativas da vida como resultado de uma decadência fisiopatológica que influencia a ordem dos juízos morais sobre a existência humana. A ética niilista de Schopenhauer seria um exemplo de uma desagregação dos instintos afirmativos vitais configurando-se por isso como uma moral da fraqueza e, consequentemente um sintoma da decadência cultural europeia.

  2. DETERMINISMO MORAL EM HUME: A APOSTA NA REGULARIDADE MORAL DETERMINISM IN HUME: TRUSTING IN REGULARITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Cachel

    2008-12-01

    Full Text Available Hume, no segundo livro do Tratado e na Investigação acerca do Entendimento Humano, sustenta a posição de que a vontade atua segundo a necessidade e não conforme a liberdade. A filosofia humeana é defensora da existência de uma causa necessária para as ações voluntárias, causa essa que não seria a vontade, como iniciadora da cadeia causal, mas sim algo anterior que a determina na geração de efeitos necessários. Este artigo pretende expor seus argumentos, mostrando como essa temática evidencia a importância que passa a ter a busca por regularidades, o que pretende nos permitir breves reflexões sobre o estatuto conferido por Hume a certas áreas do conhecimento, bem como a respeito do estatuto da própria filosofia humeana. In second book of  the Treatise of Human Nature and also in the book An Enquire concerning Human Understanding, Hume sustain his position that the will act according to necessity, not according to freedom. Humean philosophy defends the existence of a necessary cause to the voluntary human actions, and that this cause is not the will´s own movement, but something prior to it, that establishes the generation of necessary effects. This paper aims to show his arguments and intents to indicate the importance of the search for regularities. Through such examination, we want to develop brief ideas about Hume´s meaning for certain areas of knowledge, as well as for the very meaning of humean philosophy.   Keywords: determinism, human action, regularity, will.  

  3. Karl Marx na leitura de Enrique Dussel: interpelações críticas à luz das lutas sociais na América Latina = Karl Marx in reading Enrique Dussel: summonses light criticism of social struggles in Latin America

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa, César Augusto Soares da

    2017-01-01

    Full Text Available O propósito deste ensaio é destacar alguns pressupostos e implicações políticas da filosofia de Karl Marx na leitura de Enrique Dussel, trazendo contribuições teóricas para o processo de lutas sociais na América Latina. Temos convicção que a aproximação dos autores mencionados contribui de forma ímpar diante os processos libertários neste contexto. O presente trabalho está sistematizado em três tópicos, que se seguem à introdução, onde reiteramos as convergências críticas entre o filósofo argentino Enrique Dussel e o alemão Karl Marx para a compreensão da América Latina. Inicialmente, abordaremos elementos reflexivos sobre Marx na leitura filosófica de Dussel. Em seguida, situaremos o cenário de expropriações e lutas sociais no sistemamundo moderno colonial a partir deste referencial da América Latina. Por fim, na parte conclusiva, pontuaremos as “interpelações críticas” a partir de Dussel e Marx, na perspectiva das lutas sociais latinoamericanas, que se constituem em filósofos fundamentais para compreendermos o processo de expropriações e lutas sociais no âmbito latino-americano

  4. La evaluación en Filosofia: aspectos didácticos y políticos Avaliação em Filosofia: aspectos didáticos e políticos Evaluation in Philosophy, teaching and political issues

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Cerletti

    2012-12-01

    resolve com a sustentação de um vínculo cultural (difusão das tradições, dos costumes, das práticas sociais ou dos saberes estabelecidos, mas também, e fundamentalmente, político (enquanto garantia do laço social constituído. A avaliação é um procedimento de normalização que engloba prescrições políticas, culturais e pedagógicas. Constitui uma forma de localizar cada um dentro de uma ordem normal de distribuição de lugares a partir da ponderação dos saberes e das práticas e de administrar as possíveis trocas de lugar. Neste trabalho, foram revisadas as hipóteses políticas e pedagógicas que sustentam o ato de evolução no caso particular do ensino institucionalizado da Filosofia. São comentadas algumas perspectivas que permitem visualizar uma dimensão criativa do ensino de Filosofia e sua avaliação, que atribuem um lugar ativo aos sujeitos da aprendizagem, tanto de um ponto de vista individual quanto coletivo.Each institutionalized education reaffirms the conception of State and place that corresponds or can correspond to each member of a society. The progressive integration of the members since their childhood is made according to a set of requisites and norms, which are dominant, and try to guarantee what needs to be maintained or changed, permissively or tolerantly. The possibility of society's reproduction is spread through the social support of a cultural link (in such traditions, habits and established practices' dissemination or knowledge but also and essentially political (as a social consolidated link. Evaluation is a procedure of normalization that combines political, cultural and educational prescriptions. It is a way of putting each of them in a normal sequence of distribution points regarding places, based on the weighting of knowledge and practices, and management of any changes of place. In this article, we analyze the political and pedagogical assumptions that usually secure the act of assessment, in the case of the

  5. Kant, Hegel, Foucault e a desrazão na história: o cânone filosófico de História da Loucura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomás Prado

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo propõe relacionar as filosofias da história de Kant e de Hegel às bases do pensamento de Foucault, em História da loucura na idade clássica. Buscamos reconhecer, não indícios de uma história cosmopolita ou universal, mas em que medida o pensamento crítico e a filosofia como ciência das essências puras comparecem na inteligibilidade histórica de Foucault. A reunião de uma diversidade de experiências sob o conceito de desatino (déraison, desrazão, fio condutor da obra, sugere uma proximidade com a tradição. Por outro lado, a falta de um critério intrínseco, o qual justifique a referência de tal multiplicidade à alcunha da loucura, faz com que o fio condutor se restrinja a um aspecto negativo e que, positivamente, Foucault estabeleça para seu trabalho um primado empírico, na forma de uma constelação de imagens. O procedimento de História da loucura, que, junto ao interesse pela desrazão, inaugura o privilégio dado pelo filósofo francês à análise das descontinuidades nos leva a reconhecer a razão com base nos casos que solapam aos seus limites, às essências por ela própria discernidas, e com base nas práticas por ela promovidas e justificadas.

  6. As artes na educação integral: Uma apreciação histórico-crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Botura de Paula Ferreira

    2012-05-01

    Full Text Available O trabalho que ora se apresenta presta-se a traçar algumas reflexões acerca do papel da arte na educação integral, mais precisamente da arte como conteúdo escolar. O artigo concentra-se na contribuição que a arte pode dar ao desenvolvimento do indivíduo e de suas funções psicológicas superiores. Os argumentos desenvolvidos no artigo fundamentam-se em estudos sobre a arte realizados por Lev Vigotski e por Georg Lukács, bem como em estudos educacionais realizados por Dermeval Saviani. Espera-se contribuir para a defesa da necessidade de uma educação integral na qual a arte, juntamente com a ciência e a filosofia, se oponha ao caráter predominante fetichista e unilateral das atividades que constituem a vida na sociedade capitalista contemporânea.

  7. Democracia, inteligência e (boa educação, na perspectiva de John Dewey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Pedro Matos Fernandes

    2017-11-01

    Full Text Available Resumo Neste artigo, que aproveita a oportunidade de se incluir numa celebração dos cem anos da publicação de Democracy and Education, pretendemos fazer uma reflexão sobre os fundamentos de três noções nucleares e transversais a toda a obra de John Dewey, em especial a referida acima. Reportamo-nos às noções de d emocracia, inteligência e educação, numa relação que nos parece estrutural. O título da obra original de John Dewey não inclui o termo inteligência. No entanto, parece-nos decisivo fazer ancorar a teoria da educação, que se explana no âmbito de uma concepção democrática, nessa ideia estrutural na teoria do autor. Com efeito, na filosofia de Dewey, a educação assume o papel de teste da validade do ideal de uma sociedade democrática e é sobre ela que recai a responsabilidade de criar as condições para a implementação desta sociedade. Na concepção de Dewey a democracia é bem mais do que uma forma de governo. É a oportunidade de realização plena das potencialidades maiores da natureza humana. Nesse contexto, só uma capacidade como a inteligência pode servir para agir num mundo contingente, em evolução permanente e com a vocação de uma melhoria constante. Mas, para isso, torna-se necessário clarificar a concepção de inteligência que permite realizar esse ideal.

  8. Epistemologia social e cultura digital: reflexões em torno das formas de escritas na web

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Marteleto

    2015-12-01

    Full Text Available O artigo apresenta alguns eixos teóricos e metodológicos a fim de refletir sobre a produção, mediação e apropriação de conhecimentos e a configuração de dispositivos de informação e comunicação na web, no contexto de uma ‘cultura digital’. Para tanto recupera a ideia de epistemologia social, cunhada por dois fundadores do campo de estudos da informação, J. Shera e M. Egan, atualizada por autores das áreaa da informação e da filosofia, com o propósito de refletir sobre como as formas epistêmicas estão relacionadas às práticas sociais e institucionais. Considerou-se esse um caminho promissor para explorar e compreender os modos de ser dos espaços digitais e suas mídias. Por fim, exploram-se alguns estudos da linha francesa das Ciências da Informação e Comunicação, mais especificamente os conceitos, de dispositivo infocomunicacional; cultura digital; texto; hipertexto e arquitexto, a fim de refletir sobre as formas estruturais das escritas e leituras na web. Se a epistemologia social orienta um programa de estudos sobre as questões de acesso, produção e apropriação de conhecimentos, as pesquisas sobre as formas de escrita indica caminhos teórico-práticos para entender e praticas as escritas na web.

  9. Fome, comida e bebida na música popular brasileira: um breve ensaio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis Guedes de Vasconcelos

    2015-09-01

    Full Text Available O artigo reflete sobre como as temáticas fome, consumo de refrigerantes e consumo de feijão com arroz são enfocadas na música popular brasileira. Investigamos os anos de ditadura militar (1964-1985. O foco da análise é a chamada canção de protesto, gênero musical caracterizado por críticas estético-cultural, político-ideológica e social aos governos militares. Tomando como referencial teórico os estudos de ideologia e filosofia da linguagem de Mikhail Bakhtin, evidenciamos que a canção de protesto retratou elementos dos contextos econômico, político e social, e propiciou a difusão de hábitos e ideologias alimentares saudáveis ou não saudáveis, contribuindo para a construção da identidade alimentar brasileira.

  10. GEOGRAFIA E FENOMENOLOGIA: MERLEAU-PONTY E SUA INFLUÊNCIA NA GEOGRAFIA HUMANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marquessuel Dantas de Souza

    2013-07-01

    Full Text Available O presente artigo busca discutir brevemente a importância e a influência da fenomenologia do filósofo francês Maurice Merleau-Ponty nas análises geográficas. Sumariamente, este pequeno esboço nos propõe, por assim dizer, uma reflexão compreensiva e fundamental da filosofia de Merleau-Ponty frente às pesquisas científicas em Geografia, muito embora sua contribuição não seja reconhecida por muitos profissionais geógrafos. Sobretudo, em se tratando da investigação espacial. Mas aqui, nos convém salientar o quanto a epistemologia deste filósofo é relevante à abordagem geográfica sob o prisma do espaço vivido e experienciado por quem o habita, independentemente de sua cultura. Três geógrafos serão considerados como os representantes dessa Geografia Humanista no Brasil, cuja metodologia está pautada na fenomenologia Merleau-Pontyana.

  11. Paixão e razão na economia política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Queiroz Guimarães

    2013-12-01

    Full Text Available O artigo procura apresentar, por ângulos distintos, algumas relações existentes entre paixão, razão e economia. Recorre, com este intuito, ao lançamento e à evolução da problemática paixão-razão no seio da filosofia política moderna, desembocando, com Adam Smith, no "nascimento" da economia política. Percorre, então, o tratamento metodológico da ciência econômica, apontando o "modelo de homem" adotado e indicando as brechas para a introdução das paixões. Enfim, procura, com Tocqueville e Sérgio Buarque de Holanda, exemplificar "experiências concretas", reiterando a importância de alguns valores e paixões para o êxito do empreendimento capitalista. Conclui, sem negar a funcionalidade das abstrações e do modelo de homem utilizado, pela necessidade de descer às paixões, buscando, na "constituição dos indivíduos" de determinada sociedade, mais um fator relevante para o entendimento das trajetórias de desenvolvimento econômico.

  12. Espinosa e a radicalização ética na educação pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Bonadia de Oliveira

    2012-03-01

    Full Text Available Este trabalho pretende dialogar com um capítulo do livro Transgressões convergentes, assinado por João Wanderlei Geraldi, Maria Benites e Bernd Fichtner. O problema central abordado neste texto é a "radicalização ética na educação pública". O mencionado capítulo, a certa altura, recupera três exemplos de ações educativas inovadoras que dão aos educandos o "direito de aprender a ser um ser humano" e formam o "compromisso pessoal com o futuro". Tendo sido o filósofo holandês moderno Bento de Espinosa (1632-1677 evocado para esclarecer com exatidão de que forma tais exemplos se implementam como prática social, o principal objetivo deste artigo é mostrar como as ideias do texto supracitado estão, de fato, associadas à filosofia espinosana e evidenciar como Espinosa pode contribuir ainda mais para uma radicalização ética na educação pública, à qual dever-se-ia acrescentar, conforme argumenta-se aqui, mais duas propriedades: democrática e laica.

  13. Inclusão de crianças com necessidades educativas especiais na educação infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Brandão

    2013-12-01

    Full Text Available Este artigo discute a importância da inclusão nas instituições de educação pré-escolar. Todas as crianças têm direito à educação em classes do ensino regular, em escolas abertas à comunidade, onde se ofereça um ambiente educativo de qualidade e se vá ao encontro das necessidades pedagógicas e terapêuticas de cada criança. Numa filosofia de educação pré-escolar inclusiva, todos os intervenientes no processo educativo, crianças, educadores, terapeutas e órgãos de gestão trabalham de forma cooperativa na tarefa de ensinar e aprender, proporcionando experiências significativas para todas as crianças. Este artigo destaca alguns fatores que consideramos fundamentais para uma plena inclusão de crianças com Necessidades Educativas Especiais na Educação pré-escolar.

  14. Os problemas epistemológicos da realidade, da compreensibilidade e da causalidade na teoria quântica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bastos Filho Jenner Barretto

    2003-01-01

    Full Text Available No presente trabalho apresentamos uma discussão epistemológica sobre os problemas da Realidade, da Compreensibilidade e da Causalidade no contexto de algumas das questões suscitadas pela teoria quântica, discussão essa que se reflete também num combate à concepção positivista de ciência. Argumentamos em prol de uma maior aproximação entre a epistemologia complexa de Bachelard, a filosofia popperiana do racionalismo crítico e a concepção lakatosiana de programas científicos de pesquisa. Argumentamos, outrossim, em prol de ambas: da necessidade de se levar mais a sério a complexidade do diálogo teoria/experimento e da cautela redobrada em relação à idéia de 'experimentos cruciais' notadamente quando esses são lidos tanto na ótica do positivismo quanto na do realismo ingênuo.

  15. Afeição e filosofia primeira: relação entre fenomenologia e ciências da vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florinda Martins

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo: Neste trabalho defendo a tese de que o acesso à fenomenalidade dos fenômenos, e mesmo o acesso a eles próprios, é possível apenas em registo de copropriedade de vida: afeição vida-vivo. Mostro as implicações desta tese numa teoria da cultura, especificando a cultura das relações entre fenomenologia e ciências da saúde. Interrogo a possibilidade de se julgarem os corpos na fenomenalidade da afeição e, com o juízo dos corpos, serem julgadas as nossas dores e doenças. Inscrevo estas questões na continuidade do trabalho iniciado por Michel Henry no que respeita às fundações da interdisciplinaridade, nomeadamente, entre fenomenologia e clínica. Alinho-as com uma tradição filosófico-científica com raízes no quase contemporâneo de Descartes, Francisco Sanches, para, de Descartes, retomar as hesitações e os questionamentos que ele mesmo introduziu no seu corpus filosófico: dependência do espírito da disposição dos órgãos. Ao retomar esse esquecido pensamento de Francisco Sanches e de Descartes interrogo o lugar da fenomenalidade da afeição na interlocução dos saberes filosófico-científicos.

  16. A serendipidade na medicina e na anestesiologia

    OpenAIRE

    Vale, Nilton Bezerra do; Delfino, José; Vale, Lúcio Flávio Bezerra do

    2005-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Neste trabalho foram examinados mais de uma centena dos mais felizes acoplamentos de uma mente brilhante com a sorte benfazeja (serendipidade), através da releitura das mais relevantes histórias sobre invenções e descobertas relacionadas à ciência (n = 46), à Medicina (n = 46) e à Anestesiologia (n = 16). CONTEÚDO: Conceito de serendipidade; exemplos célebres de serendipidade em Ciência e Tecnologia; serendipidade na pesquisa e prática médicas; serendipidade na Anes...

  17. Uma estratégia para melhoria da formação de competências para o profissional de nível técnico na área de gestão

    OpenAIRE

    Ramirez , Paulo

    2003-01-01

    Com a reestruturação da educação profissional de nível técnico através da Lei de Diretrizes e Bases n. 9394/96 de 29/12/96, Decreto n. 2208 de 17/04/97 e Parecer do CNE/MEC n. 19/99 de 05/10/99 proporcionou à educação profissional de nível técnico uma filosofia matricial de liberdade na construção de seus currículos, substituindo uma legislação arcaica de 1975 (Parecer 45/72) que estruturava toda a educação de nível técnico através de estruturas previamente definidas e enquadradas. Este traba...

  18. Libertando-se da opressão punitiva: contribuições da filosofia da libertação para a concretização de uma cultura dos direitos humanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aloísio Krohling

    2009-12-01

    Full Text Available O texto examina a cultura punitiva e expõe algumas das contribuições que a filosofia da libertação pode oferecer para a concretização de uma cultura dos direitos humanos. Percebe-se atualmente a existência de uma verdadeira cultura punitiva no Brasil, um “clima punitivista” que promove a criminalização de condutas como o único caminho para a solução de conflitos sociais dos mais diversos matizes e propõe o endurecimento da legislação penal visando coibir a criminalidade. Ademais, observa-se uma tendência à flexibilização de direitos e garantias fundamentais, vistos, neste contexto, como obstáculos à segurança, “direito sagrado” em tempos de cultura do pânico. Paralelamente ao processo de endurecimento penal, verifica-se o declínio da tolerância e a ampliação da desigualdade, razão pela qual torna-se fundamental repensar o papel dos direitos humanos e refletir acerca das possibilidades de se produzir transformações sociais a partir de uma práxis libertadora e de teorias elaboradas com base nas especificidades dos países periféricos.

  19. NA60 Status Report

    CERN Document Server

    Usai, G

    2010-01-01

    This report shortly summarizes the main results obtained from the analysis of the NA60 data during 2010, perspectives for the analysis activity during 2011 and the requests to CERN following from them. In addition, renewed interest is expressed for a possible continuation of NA60, including future running at lower SPS energies.

  20. FORMAS DA MEMÓRIA E CONFIGURAÇÃO DE LUGARES-VAZIOS NA FICÇÃO AUTOBIOGRÁFICA E NA AUTOBIOGRAFIA DE JOSÉ LINS DO REGO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Ribeiro da Silva (UNIANDRADE

    2017-06-01

    Full Text Available RESUMO: Conforme Ricoeur, a filosofia platônica estabelece duas grandes formas de rememoração: a eicástica corresponde à cópia das imagens, conforme foram gravadas passivamente na memória; a fantástica corresponde ao simulacro, à criação de uma nova realidade a partir de tais imagens. A escrita do eu, no amplo sentido dado por Lejeune, faz uso da memória, seja para copiar os dados lá gravados, como na autobiografia, seja para modificá-los de modo intencional, como na ficção autobiográfica. Para os teóricos da literatura herdeiros da tradição fenomenológica, como Ingarden e Iser, o texto não consegue conter todas as informações, sobretudo as imagens necessárias à sua apreensão, o que faz com que ele se componha de indeterminações e lugares-vazios, a serem preenchidos no ato da recepção, pelo leitor. Iser vê na configuração desses lugares-vazios, pelo escritor, a possibilidade de obtenção do efeito estético. José Lins do Rego é um exemplo notório de escrita do eu, que fez da memória a fonte para inúmeras obras, como o romance Menino de engenho e a autobiografia Meus verdes anos. Encontram-se nelas exemplos de utilização das duas possibilidades de memória e de configuração dos lugares-vazios, objetivando modos diversos de recepção pelo leitor e chegando a efeitos estéticos diversos.  

  1. História e filosofia hermenêutica como parâmetros para a reflexão musical.

    OpenAIRE

    Lima, Edilson Vicente de

    2014-01-01

    Trata-se de aceitar o jogo das ideologias que geram diferenças de pontos de vista. O jogo democrático é o jogo do diálogo, livre, amplo e irrestrito. Se estivermos convictos de que na base de uma definição qualquer do caráter brasileiro estará sempre uma ideologia inspiradora e geradora dessa definição. Se nos convencermos de que, como sugere Vattimo (1999, p.38-48) a interpretação, ou melhor, a hermenêutica, não é apenas uma fase provisória de diálogo e debate que possa nos conduzir ao conhe...

  2. O bom filho a casa torna: Gobineau refugiado na hierarquia familiar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helga Gahyva

    2013-06-01

    Full Text Available Extensa bibliografia confere a Arthur de Gobineau lugar central no desenvolvimento da filosofia racialista. Ele teria conquistado tal posição em função da repercussão do Essai sur l'inégalité des races humaines (1853-1855. Constatamos, porém, que se trata de obra muito comentada, mas pouco estudada. Uma investigação sobre suas bases revela-nos que ele não chega a elaborar um conceito de raça que se separe do de linhagem. Seu esforço para a construção de uma noção de "raça-espécie" esbarra em sua incapacidade de se libertar da "raça-linhagem". A hipótese ganha consistência quando analisamos o tratado sobre as raças em diálogo com suas obras posteriores. Em Les plêiades, publicada em 1872, ele problematiza sua perspectiva racial por meio da tentativa de construção de uma hierarquia individual. Contudo, tanto o viés racial quanto o individual soçobram no seu pessimismo fatalista. Em sua última obra, Histoire de Ottar Jarl, publicada em 1879, ele procura combinar essas hierarquias - racial e individual. O livro é uma fantasia genealógica na qual ele se põe em linha direta de descendência com o deus Odin. Entregando-se à resignação, ele sintetiza na ficção de sua suposta ascendência a derradeira tentativa de fundar uma distinção no mundo moderno: a hierarquia familiar.

  3. At NA2

    CERN Multimedia

    1977-01-01

    One of the NA2 calorimeter sections is moved in. The NA2 calorimeter was divided in two halves, to the left and the right of the beam, each half consisting of sheets of passive high Z material interleaved with blades of plastic scintillators. The photo shows on the right, the upstream 'electron' module with eleven lead plates for a total radiation length of 20.

  4. Da intersubjetividade à intercorporeidade: contribuições da filosofia fenomenológica ao estudo psicológico da alteridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coelho Junior Nelson Ernesto

    2003-01-01

    Full Text Available Este texto apresenta o questionamento filosófico sobre a intersubjetividade, nas teorias fenomenológicas de Husserl, Scheler e Merleau-Ponty, considerando suas contribuições para o estudo psicológico da alteridade. Apresentam-se formas de surgimento do outro para mim e de sua possível presença como elemento constitutivo do mundo ao qual pertenço e, acima de tudo, como elemento que me constitui. Para que o outro possa ser reconhecido em sua radical alteridade não posso nem "instituí-lo" por comparação comigo mesmo, por analogia, nem por projeção ou introjeção e nem por processos de fusão afetiva. Estas são formas que excluem a possibilidade do reconhecimento do outro em sua diferença. Sugere-se que é a partir da experiência sensível/ perceptiva, na esfera própria de um corpo vivido, que é possível o reconhecimento do outro como diferença por meio de suas formas expressivas. Conclui-se, assim, que a noção de intersubjetividade poderia ser substituída com vantagens pela de intercorporeidade.

  5. Polarization dependence of Na* + Na* associative ionization revisited

    NARCIS (Netherlands)

    Meijer, H.A.J.; Meulen, H.P. v.d.; Morgenstern, R.; Hertel, I.V.; Meyer, E.; Witte, R.

    1986-01-01

    The dependence of the associative ionization process Na 3 2P3/2 + Na 3 2P3/2 → Na2+ + e- on the polarization of the laser light used for Na excitation was independently investigated in Utrecht and Berlin. The purpose of this paper is to clarify discrepancies between two other earlier experimental

  6. Thinking technological and biological beings: Gilbert Simondon's philosophy of machines Pensando os seres tecnológicos e biológicos: a filosofia das máquinas de Gilbert Simondon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henning Schmidgen

    2005-12-01

    Full Text Available The article proposes an investigation of the contributions of G. Simondon in the studies of Science and Technology. Leaving the contributions of cybernetics behind, Simondon investigates the processes of individuation, development and evolution of technology. According to his philosophy of machines, technical objects are contextualized both synchronically and diachronically. In contrast with other theoretical approaches of this problem, we emphasize that the interest of this author lies in the energetic determinism that is manifested in and outside technical objects. At last, we point out the contributions of this theoretical approach to contemporary studies on the history of scientific experiments.Este trabalho tem como objetivo investigar as contribuições de G. Simondon para o campo de estudos de Ciência e Tecnologia. Distanciando-se das contribuições da cibernética, Simondon propõe investigar os processos de individuação, desenvolvimento e evolução da tecnologia. No enfoque da filosofia das máquinas proposto por esse autor, os objetos técnicos são contextualizados tanto sincrônica quanto diacronicamente. Destacamos que, diferentemente de outros enfoques teóricos a respeito deste tema, o interesse do autor centra-se no determinismo energético que se manifesta dentro e fora dos objetos técnicos. Desse modo, concluimos apontando as contribuições desse enfoque teórico para os estudos contemporâneos a respeito da história dos experimentos científicos.

  7. Construindo cidadania ambiental na escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cibele Schwanke

    2014-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-0221.2013v10n16p14 O forte componente transversal da Educação Ambiental possibilita sua inserção em vários espaços e níveis de escolaridade. No ensino fundamental, constitui-se em uma importante ferramenta para criar espaços que permitam a abordagem de temáticas socioambientais atuais, de forma crítica e participativa. O presente trabalho tem como objetivo apresentar o Projeto Construindo Cidadania Ambiental, executado por bolsistas do Grupo PET - Conexões Gestão Ambiental em unidades escolares, explicitando sua filosofia de implantação e resultados obtidos até o momento. Verifica-se que sua natureza interdisciplinar e integrada permite uma efetiva interação com o corpo docente e discente da escola, bem como permite a prática de uma educação ambiental crítica e transformadora.

  8. Movimento fenomenológico: controvérsias e perspectivas na pesquisa psicológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Gomes de Castro

    Full Text Available A repercussão do movimento fenomenológico na história da psicologia pode ser notada pelas persistentes tentativas de transposição do caráter eidético da fenomenologia para a análise sistemática de empiria. Nesse sentido, o conceito de redução fenomenológica, descrito pelo filósofo Edmund Husserl (1859-1938 e operacionalizado para a pesquisa psicológica, foi retomado como meio para investigar as tentativas de transição entre filosofia e psicologia. A revisão inclui três modelos de transposição metodológica, a saber: psicologia empírico-fenomenológica, fenomenologia experimental e neurofenomenologia. O trabalho enfatiza as diferenças epistemológicas entre modelos hermenêuticos e naturais no trabalho com dados de primeira pessoa. Conclui-se que um aprofundamento das discussões sobre as influências da fenomenologia à ciência psicológica seria oportuno e viável através do estudo da história desta intersecção.

  9. Adaptação e simpatia: trajetórias críticas na clínica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Alvarez Inforsato

    2011-09-01

    Full Text Available A partir de elementos conceituais relacionados à adaptação e à simpatia, tomados das proposições da filosofia e da literatura de Nietzsche, Deleuze e D.H. Lawrence, este escrito é um exercício crítico no campo problemático da clínica em interface com as artes. A narrativa de uma situação grupal coordenada em parceria com artistas e terapeutas ocupacionais é a imagem-motor que permite entrelaçar estas perspectivas e pensar os desafios lançados no cotidiano com populações sob condições de grave fragilidade e restrição de suas vidas - em função de questões decorrentes de deficiências física e/ou intelectual. Na relação com o sofrimento, a exclusão e a criação, a proposição deste escrito é a de pensar a clínica em trajetórias críticas, ao considerar a complexidade desses processos enquanto convocações: ações e reações que transitam entre enrijecimentos e porosidades, proximidades e distâncias, reiteração identitária e disponibilidade aos desvios.

  10. Adaptação e simpatia: trajetórias críticas na clínica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Alvarez Inforsato

    Full Text Available A partir de elementos conceituais relacionados à adaptação e à simpatia, tomados das proposições da filosofia e da literatura de Nietzsche, Deleuze e D.H. Lawrence, este escrito é um exercício crítico no campo problemático da clínica em interface com as artes. A narrativa de uma situação grupal coordenada em parceria com artistas e terapeutas ocupacionais é a imagem-motor que permite entrelaçar estas perspectivas e pensar os desafios lançados no cotidiano com populações sob condições de grave fragilidade e restrição de suas vidas - em função de questões decorrentes de deficiências física e/ou intelectual. Na relação com o sofrimento, a exclusão e a criação, a proposição deste escrito é a de pensar a clínica em trajetórias críticas, ao considerar a complexidade desses processos enquanto convocações: ações e reações que transitam entre enrijecimentos e porosidades, proximidades e distâncias, reiteração identitária e disponibilidade aos desvios.

  11. Letramento na contemporaneidade

    OpenAIRE

    Kleiman, Angela B.

    2014-01-01

    Neste trabalho examino a relação entre letramento e contemporaneidade, tomando como base para a discussão o letramento no mundo escolar e sua relação com os letramentos de outras instituições do mundo contemporâneo, a fim de determinar as relações entre as finalidades contemporâneas da leitura e da escrita (em outras palavras, o que significa ser letrado na contemporaneidade) e as práticas mobilizadas e as atividades realizadas na escola para atingir essas finalidades. Através de diversos exe...

  12. Nietzsche na moda

    OpenAIRE

    José,João

    2016-01-01

    Resumo Ao resgatar o filósofo alemão do esquecimento, Stefan Zweig seria o principal responsável pela atual "voga Nietzsche". A edição brasileira de seu livro em 1931 e o artigo "L'actualité de Nietzsche", publicado anonimamente na França em 1933, atestariam o crescente interesse pelo autor de Zaratustra . A presença de Nietzsche na cena contemporânea, todavia, dever-se-ia não somente aos ensaios de outros estudiosos como Salomé (1893), Bertram (1918), Andler (1920) e Walz (1932), mas a um fe...

  13. A revisão dos argumentos na Politeía V: Vlastos e o feminismo em Platão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magda Guadalupe dos Santos

    2015-12-01

    Full Text Available As análises de Gregory Vlastos sobre os textos dos Antigos são aqui trazidas ao primeiro plano em moldes de analogia. Seus estudos sobre Platão nos propiciam uma abertura dialógica inclusive às considerações e estudos feministas surgidos nas últimas décadas. Este trabalho propõe refletir acerca da passagem 456b que versa sobre a mulher filósofa ou inimiga da filosofia (philósophós te kaì misósophos e que bem realça o campo normativo desenvolvido por Platão em Politeía V. Na preocupação pela cidade justa, explorando os efeitos de uma paridade de funções entre os gêneros, Platão nos incita a investigar o teor de seriedade da questão, considerando a própria Politeía e sua recepção na análise contemporânea. Tomam-se as análises de Vlastos como suporte interpretativo de tais questões.

  14. Política pública e subjetividade: a assistência estudantil na universidade = Public policy and subjectivity: a university student assistance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado, Jardel Pelissari

    2014-01-01

    Full Text Available Analisaram - se os possíveis efeitos de sentido produzidos por uma política de assistência estudantil, voltada à manutenção de estudantes de baixa renda na universidade, para os processos de subjetivação dos estudante s beneficiados. Realizou - se um estudo documental de textos internacionais e nacionais que implementam a política analisada com base na filosofia bakhtiniana da linguagem. Discute - se a ligação da política com organismos internacionais de fomento e como a co nstrução da política e as estratégias que a põem em prática (reproduzem e centralizam sentidos nas relações de poder compondo um conjunto de regras de caráter preventivo e prescritivo ao desempenho e conduta do estudante. Conclui - se sobre como os document os polarizam sentidos que impactam sobre a produção de subjetividade em uma sociedade

  15. The construing of the spirit in nature: a case between Tübingen and BernaA realização do espírito na natureza: um caso entre Tübingen e Berna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Geraldo Aparecido Novelli

    2010-09-01

    Full Text Available Os escritos de juventude de Hegel são marcados pela influência da filosofia kantiana que ele considerava a filosofia de seu tempo. Apesar dessa característica passível de reconhecimento nos escritos juvenis de Hegel pode-se também perceber indícios de uma gradativa separação em relação ao pensamento de Kant. Nesse sentido, o objetivo do presente texto é a exposição das críticas do jovem Hegel sobre a perspectiva kantiana. O texto escolhido tem como tema a religião desde a ótica institucional e a popular. Para Hegel o dualismo dicotômico razão – sentidos traduzido na distinção excludente alma – corpo significa o empobrecimento da religião e de seu potencial transformador.The writings of Hegel’s youth have suffered a great influence of Kant’s Philosophy which he considered the philosophy of his time. Despite such feature that can be traced in young Hegel’s writings, many signs of a growing separation from Kant’s thinking can also be noticed. In this way this paper aims at indicating Hegel’s early criticisms of Kant. The chosen text deals with the official religion and the folk religion. For Hegel the dichotomic dualism reason – senses translated into the excluding distinction soul – body implies the impoverishment of religion poor as well as of its transforming role.

  16. A formação de hábitos e a origem das leis na VII conferência de Cambridge, de Ch. S. Peirce = The formation of habits and the origin of laws in the Cambridge conference VII, by Ch. S. Peirce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ibri, Ivo Assad

    2015-01-01

    Full Text Available O presente artigo reflete sobre os argumentos propostos por Charles Sanders Peirce em sua conhecida VII Conferência de Cambridge, proferida em 1898, sob o título “Hábito”, na qual justifica a sua posição acerca de como seria possível explicar a origem do universo através de uma filosofia de caráter genético. Essa explicação toma, no interior de seu complexo sistema arquitetônico de pensamento, a tendência à aquisição de hábitos como o princípio explicativo fulcral sobre a origem e a evolução das Leis da Natureza. Peirce adota tal princípio como aquele que sustentaria uma afinidade entre mente e matéria

  17. Riso na epilepsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edymar Jardim

    1967-06-01

    Full Text Available São estudados três casos de síndrome convulsiva temporal, com manifestações concomitantes de riso na sua fase inicial. As características principais foram a imotivação e á incoercibilidade do riso. Esses sintomas desapareceram com o uso de anticonvulsivantes.

  18. Biotecnologia na agricultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helaine Carrer

    2010-01-01

    Full Text Available A expectativa de o crescimento populacional atingir 9 bilhões de habitantes em 2050 em adição às questões da sustentabilidade e do aquecimento global nos desafiam a aumentar a oferta de alimentos. Uma metodologia alternativa que contribua para a redução do impacto desse cenário envolve a biotecnologia, que, nas últimas décadas, trouxe marcantes oportunidades tecnológicas na agricultura, resultando em relevante desenvolvimento na obtenção de novas variedades de plantas, na melhoria da qualidade de diversos alimentos e atualmente também na bioenergia. As técnicas biotecnológicas envolvendo os marcadores moleculares, a genômica e a transformação genética estão transformando a agricultura e são discutidas neste artigo.The expected population growth to reach 9 billion by 2050 in addition to issues of sustainability and global warming challenges us to increase the supply of food. An alternative approach to help reducing the impact of this scenario involves biotechnology which in recent decades has brought remarkable technological opportunities in the agriculture that resulted in relevant development in obtaining new plant varieties, improved quality of different foods, and now also in bioenergy. The biotechnology techniques involving molecular markers, genomics and genetic transformation are transforming agriculture and will be discussed in this article.

  19. Sobre a observação enquanto procedimento metodológico na análise do comportamento: positivismo lógico, operacionismo e behaviorismo radical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Dittrich

    Full Text Available A Análise do Comportamento adota duas posições distintas sobre a observação enquanto procedimento metodológico. Na análise experimental, tende-se a aceitar apenas a descrição de relações funcionais entre variáveis observáveis. Na análise interpretativa, contudo, relações funcionais entre variáveis observáveis e não-observáveis são inferidas. A posição da filosofia behaviorista radical sobre a questão torna-se mais clara quando examinada a partir da influência do operacionismo sobre a Psicologia, em especial nas décadas de 30 e 40. O presente artigo propõe-se a realizar tal exame, apoiando-se na literatura dedicada ao assunto e nos escritos de Skinner. Concluiu-se que a análise de eventos privados, proposta por Skinner: (1 é de natureza interpretativa; (2 refere-se, pelo menos em parte, a eventos inobserváveis publicamente; (3 lança mão, em alguma medida, da introspecção enquanto método; (4 lança mão, em alguma medida, de inferências sobre o mundo privado do outro.

  20. A crítica da razão nas ciências humanas e naturais na obra “O Eclipse da Razão” de Max Horkheimer.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Vagner Rodrigues

    2015-10-01

    Full Text Available O artigo analisa a crítica de Max Horkheimer ao conceito de razão relacionada às ciências humanas e naturais na forma como foi estabelecida enquanto instância reguladora na história da ciência e da filosofia no ocidente. A tese central de Horkheimer é a de que existe uma diferença fundamental entre a teoria segundo a qual a razão é um princípio inerente da realidade, e a doutrina segundo a qual a razão é uma faculdade subjetiva da mente. Analisa-se a forma como Horkheimer tenta demonstrar que a perspectiva racional imanente levou a concepções dogmáticas em algumas disciplinas das ciências humanas e como a perspectiva positivista conduz a alguns problemas epistemológicos relacionados à forma como se concebe a relação entre ciência e verdade. Conclui-se com a crítica de Horkheimer à possibilidade, aberta pela visão positivista, do uso da ciência, ou do discurso cientificista, como instrumento de domínio político na sociedade contemporânea.

  1. A crítica da razão nas ciências humanas e naturais na obra “O Eclipse da Razão” de Max Horkheimer.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Vagner Rodrigues

    2015-09-01

    Full Text Available O artigo analisa a crítica de Max Horkheimer ao conceito de razão relacionada às ciências humanas e naturais na forma como foi estabelecida enquanto instância reguladora na história da ciência e da filosofia no ocidente. A tese central de Horkheimer é a de que existe uma diferença fundamental entre a teoria segundo a qual a razão é um princípio inerente da realidade, e a doutrina segundo a qual a razão é uma faculdade subjetiva da mente. Analisa-se a forma como Horkheimer tenta demonstrar que a perspectiva racional imanente levou a concepções dogmáticas em algumas disciplinas das ciências humanas e como a perspectiva positivista conduz a alguns problemas epistemológicos relacionados à forma como se concebe a relação entre ciência e verdade. Conclui-se com a crítica de Horkheimer à possibilidade, aberta pela visão positivista, do uso da ciência, ou do discurso cientificista, como instrumento de domínio político na sociedade contemporânea.

  2. Inclusão nos Estados Unidos: filosofia, implementação e capacitação de professores Inclusion in the United States: philosophy; implementation, and capacitating teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia J. Peterson

    2006-04-01

    Full Text Available a inclusão de alunos com deficiência em classes da educação geral é uma exigência importante das Leis para Indivíduos com Deficiência de 1975 e 1997 e da emenda da Lei para Indivíduos com Deficiência de 2004. Desde a promulgação dessas leis, as escolas públicas dos Estados Unidos têm sido obrigadas a incluir alunos com deficiência ao máximo possível em classes da educação geral onde eles possam estudar com pares não deficientes ao invés de passarem a maior parte de seu dia em classes segregadas com outros alunos com deficiência. Este trabalho discute a filosofia dos programas de inclusão e apresenta detalhes sobre programas de inclusão em um Estado específico dos Estados Unidos, o Estado do Arizona, Finalmente, descreve a necessidade de capacitação de professores para a área de educação geral e especial. Essa sessão demonstra porque os programas melhorados de capacitação de professores são necessários para aumentar o sucesso da inclusão nos Estados Unidos.inclusion of students with disabilities in general education classes is an important provision of the Individuals with Disabilities Education Act of 1975, 1997, and the Individuals with Disabilities Improvement Act of 2004. Since the inception of this law, public schools in the United States have been mandated to include students with disabilities to the maximum extent possible in general education classes where they can study with typical peers rather than spending most of their day in segregated classes with other students with disabilities. This paper will discuss the philosophy of these inclusion programs. In addition, the paper will present details about inclusion programs in a specific state within the United States, the state of Arizona. Finally, the teacher training need in the area of general education and special education collaboration will be described. This section will demonstrate why improved teacher preparation programs are needed in order to

  3. IL RUOLO DELLA FORMAZIONE NELLA PROMOZIONE DELLA LINGUA E DELLA CULTURA ITALIANA. INTERVISTA AL PROFESSOR ROBERTO GRECI, PRESIDE DELLA FACOLTÀ DI LETTERE E FILOSOFIA DELL’UNIVERSITÀ DI PARMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valentina Zenoni

    2011-07-01

    Full Text Available La formazione rappresenta uno strumento basilare nella promozione della lingua e della cultura italiana. L’argomento è articolato e complesso perché abbraccia diverse questioni. Da un lato va sostenuto l’utilizzo di mezzi adeguati, come quello telematico, che favoriscono e facilitano la diffusione all’estero. Dall’altro la proposta didattica di università e scuole deve essere riorganizzata alla luce delle nuove esigenze formative. Il ruolo degli atenei italiani potrebbe diventare più incisivo se si adeguassero maggiormente agli standard esteri, in modo da favorire la circolazione di studenti anche verso e non soltanto dall’Italia. Per quanto riguarda, invece, il tipo di formazione da sostenere, va riqualificata quella umanistica e tradizionale, non perché rappresenti la cultura nella sua totalità ma perché costituisce un patrimonio che caratterizza il nostro paese e non deve andare perso. Abbiamo parlato di queste tematiche con il Professor Roberto Greci, Preside della Facoltà di Lettere e Filosofia dell’Università di Parma e Presidente del Consiglio scientifico e didattico del Consorzio Interuniversitario ICoN, Italian Culture On the Net.     The role of training in the promotion of Italian language and culture. An interview with Professor Roberto Greci, Dean of the Literature and Philosophy Faculty at the University of Parma   Training represents a basic tool in promoting Italian language and culture.  The topic is complex because it encompasses diverse issues.  On the one hand appropriate means are needed, like telematic resources, which encourage and facilitate spreading abroad.  On the other, university and school courses need to be reorganized in light of the new training needs.  The role of Italian universities could to be stronger if they met foreign standards, to promote the circulation of students towards and not just away from Italy.  As far as regards the type of training to be undertaken, the humanistic

  4. Ontologia e Normatividade: o Déficit Institucional na Recepção Crítica em Habermas e Honneth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Henrique de Souza Assai

    2017-02-01

    Full Text Available A proposta do Seminário de Filosofia e Interdisciplinaridade traz consigo o tema principal a Introdução à Lógica da Essência de Hegel (parte III e precisamente na aula sobre o modo do absoluto e a crítica de Hegel à Spinoza e Leibniz trouxe um tema que está relacionado com a minha atual pesquisa (esfera pública e participação democrática: a recepção da abordagem ontológica por Marcuse (que foi precursor da Teoria Crítica. Segundo Hegel, o absoluto se determina e se manifesta a si mesmo realizando-se como pura efetividade. O ser, portanto, na leitura marcusiana sobre Hegel, possui um caráter dinâmico, absoluto é efetividade (Wirklichkeit e, sendo efetivo, exterioriza-se. Há aqui uma teoria do ser na sua forma efetiva, segundo Marcuse, portanto, uma ontologia. Ocorre que os herdeiros da Teoria Crítica, especificamente Habermas e Honneth, não admitem a menor hipótese em fazer ontologia (social para dar conta daquilo que eles mesmos chamam dos processos de institucionalização (social confrontados com as Patologias Sociais. Parece que há um equívoco na abordagem desses dois filósofos da Teoria Crítica em desconsiderar o substrato ontológico em suas respectivas teorias normativas. Pretendo, de forma bem geral e introdutória, explicitar esse déficit ontológico em ambos devido a não tomar a fundo a abordagem ontológica deixada por Hegel.

  5. Hidroma subdural na fossa posterior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Vasques

    1970-03-01

    Full Text Available Os autores relatam um caso de hidroma subdural na fossa craniana posterior conseqüente a traumatismo na região occipital. O paciente foi operado com pleno sucesso. A raridade da localização de hidroma na fossa posterior é salientada, sendo discutidos os possíveis mecanismos etio-patogênicos.

  6. A POPULARIZAÇÃO NA CIÊNCIA: A ÓPTICA DE NEWTON NO SÉCULO XVIII

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boniek Silva Venceslau

    2009-03-01

    Full Text Available RESUMO As atuais aulas de ciências, geralmente, não apresentam discussões referentes à aspectos da natureza da ciência, por exemplo, como uma teoria se desenvolve com o tempo e a influência de fatores não-racionais na sua construção. Tais aspectos são relevantes na hora do aluno desenvolver uma visão mais adequada na sua compreensão de como uma teoria ou modelo é construído. Além disso, as abordagens mais tradicionais, também, já não garantem a aprendizagem de teorias físicas. Com a inserção de discussões, que envolvam a História e a Filosofia da Ciência (HFC, os alunos poderão vivenciar o desenvolvimentos de teorias físicas e, também, realizar estudos sobre a natureza da ciência, colocando em evidência aspectos não abordados nas práticas mais tradiconais. Este estudo é baseado em uma pesquisa bibliográfica, que contempla a história da óptica, e, em especial, a controvérsia existente em relação a natureza da luz com destaque a influência newtoniana para a aceitação da teoria corpuscular no século XVIII. Neste trabalho problematizaremos uma visão ingênua do desenvolvimento histórico da ciência, onde, geralmente, ela é vista de forma contínua e fatores não-racionais são excluídos da construção de teorias físicas. PALAVRAS-CHAVE: história e filosofia da ciência, popularização na ciência, Isaac Newton. THE POPULARIZATION IN SCIENCE: THE NEWTON APPROACH IN THE EIGHTEENTH CENTURY ABSTRACT The current science classes generally do not have discussions concerning aspects of the nature of science, for example, as a theory developed over time, the influence of non-rational factors in its construction. These aspects are relevant at the time of the student developing a more appropriate method in their understanding of how a theory or model is built. In addition to more traditional approaches, too, no longer guaranteeing the physical theories of learning. With the insertion of discussions, involving

  7. A epilepsia na neurocisticercose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Marques-Assis

    1972-12-01

    Full Text Available Foram estudados 131 casos de epilepsia com etiologia cisticercótica comprovada. A idade variou de 2 a 68 anos; 75 pacientes eram de sexo masculino e 56 de sexo feminino; 117 eram brancos, 10 pardos, três pretos e um amarelo. A idade de início da doença predominou na primeira década. O estudo foi feito em relação ao tipo de epilepsia, ao tempo decorrido após a primeira crise, à freqüência das crises e ao eletrencefalograma relativamente às epilepsias em geral. Investigação foi feita também em relação à cefaléia, aos achados neurológicos, liquóricos, radiológicos simples e contrastados e anátomo-patológicos. A análise dos resultados permitiu aos autores as seguintes conclusões: 1 No grupo de neurocisticercose o início da doença predominou na primeira e a partir da quarta década em relação às epilepsias em geral. 2 Dentre as manifestações clínicas predominaram as formas convulsivas da doença (61%, sendo as crises bravas-jacksonianas as menos freqüentes (4%; quando comparadas com as epilepsias em geral, verifica-se incidência menor das convulsões generalizadas na neurocisticercose. 3 Quanto ao tempo de doença, verifica-se predomínio das formas de duração mais curta (um ano ou menos na neurocisticercose. 4 A severidade da epilepsia, traduzida pela freqüência das crises, foi menor no grupo com neurocisticercose. 5 Excluídos os casos com anormalidades eletrencefalográficas contínuas, foram encontrados maiores índices percentuais de EEG normal na neurocisticercose que nas epilepsias em geral. 6 A cefaléia estava presente em 68% dos casos, assumindo caráter paroxístico na maior parte (78%; em 67% dos casos com cefaléia paroxística não havia concomitantemente sinais de hipertensão intracraniana; nos casos com cefaléia contínua, em apenas dois (13% esses sinais não estavam presentes. 7 Na maior parte dos casos (62% as manifestações epilépticas se apresentaram isoladamente, sem sinais neurol

  8. Liberdade, identidade e política na arte contemporânea: um diálogo com Danto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Guimarães

    2015-01-01

    Full Text Available O presente trabalho se propõe a instaurar um diálogo crítico com a filosofia dantiana da arte. A primeira parte do texto acompanha o desenrolar da construção teórica dos trabalhos de Danto paralelamente ao desafio de explicar as conseqüências estéticas e filosóficas das mudanças que ocorreram no cenário artístico mundial contemporâneo. Mostramos como Danto extrai implicações filosóficas dessas mudanças, colocando em pauta temas como o da liberdade artística, do pluralismo, das identidades multiculturais e da política. Contudo, problematizamos também os aspectos ideológicos presentes na relação que ele estabeleceu entre sua tese do fim da arte e a ideia do fim da história. Na segunda parte do texto, discutimos algumas intuições do próprio Danto sobre os temas acima elencados para confrontarmos sua teoria oficial com a especificidade da produção local de identidades artísticas periféricas. Finalmente, procuramos indicar como alguns elementos renovados da Teoria Crítica da Sociedade podem nos ajudar a perceber o surgimento de subjetividades históricas que estão fora da comunidade dominante, mas encontram com grande criatividade “novos usos” para os objetos do cotidiano, bem como para suas próprias identidades, em contraste com aqueles que vivem apáticos sob a segurança e a acomodação política do mercado global.

  9. Dieter Henrich, leitor de Kant: sobre o fato legitimador na dedução transcendental das categorias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Klotz

    2007-01-01

    Full Text Available Este artigo reconstrói os momentos principais dos trabalhos de Dieter Henrich sobre a filosofia teórica de Immanuel Kant. Henrich procura esclarecer e recuperar os fundamentos da teoria do conhecimento de Kant, dos quais seus seguidores teriam se distanciado, a partir da análise da dedução transcendental das categorias. De início, Henrich investiga a estrutura da prova na dedução, comparando a primeira e a segunda edição da Crítica da Razão Pura. Em seguida, Henrich investiga no argumento kantiano a relação entre o princípio de identidade da consciência de si, por um lado, e objetividade, por outro. Por fim, estendendo a comparação à Crítica da Razão Prática, Henrich elucida o programa e a metodologia na dedução, mostrando como o "fato" legitimador se torna o elemento fundamental.This article reconstructs the principal moments of Dieter Henrich's work on Immanuel Kant's theoretical philosophy. Henrich tries to clarify and recover the foundations of Kant's theory of knowledge, from which his followers would have taken distance, based on the analysis of the "transcendental deduction of categories". Firstly, Henrich investigates the proof structure in the deduction, comparing the first and the second edition of the Critique of Pure Reason. Secondly, he investigates, inside Kantian argument, the relationship between the identity principle of self-consciousness and objectivity. Finally, extending the comparison to the Critique of Practical Reason, Henrich elucidates the program and methodology of deduction, showing how the legitimating fact becomes the fundamental element.

  10. The CERES / NA45 experiment

    CERN Multimedia

    Laurent Guiraud

    2000-01-01

    Ceres is one of the second generation heavy ion experiments at CERN's SPS. It is dedicated to the study of electron-positron pairs in relativistic nuclear collisions. NA45 is one of the seven experiments (NA44, NA45, NA49, NA50, NA52, WA97/NA57 and WA98) involved in CERN's Heavy Ion programme which provided evidence for the existence of a new state of matter, the quark-gluon plasma. In this state, quarks, instead of being bound up into more complex particles such as protons and neutrons, are liberated and roam freely. Theory predicts that this state must have existed at about 10 microseconds after the Big Bang, before the formation of matter as we know it today.

  11. na Perua

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Carvalho

    1989-01-01

    Full Text Available Antes de se caracterizar como tentativa de ensaio ou de análise a qualquer coisa, o presente artigo tem, antes de mais nada, a pretensão de se constituir uma provocação ao debate acerca da questão do esporte na escola. A provocação parte basicamente do relato da minha experiência pessoal como Secretário da Educação do Município de Aracaju, cargo que exerci no período de 1º de janeiro de 1986 a 27 de janeiro de 1987.

  12. Envolvimento pulmonar na polimiosite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Direndra Hasmucrai

    2010-07-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: A polimiosite (PM e a dermatomiosite são classificadas como miopatias inflamatórias idiopáticas. O envolvimento pulmonar por PM é pouco frequente, estando descrito na literatura em cerca de 10% de casos.Os autores apresentam um caso de uma mulher de 75 anos, com queixas de febre, perda ponderal, artralgias, mialgias e diminuição simétrica e proximal da força muscular com impotência funcional dos membros superiores e inferiores, com início um mês antes do internamento. Apresentava infiltrados pulmonares na telerradiografia de tórax. Após estudo exaustivo estabeleceu-se o diagnóstico de envolvimento pulmonar na forma de pneumonia organizativa por PM. Efectuou-se corticoterapia e terapêutica com micofenolato com melhoria clínica, analítica e radiológica.Conclusão: Neste caso, foi a alteração na telerradiografia de tórax numa doente sem sintomatologia respiratória que levou ao estudo exaustivo até ao diagnóstico de PM, realçando mais uma vez a importância da telerradiografia no rastreio de patologias de outros foros.Rev Port Pneumol 2010; XVI (4: 671-677 Abstract: Introduction: Polymyositis and dermatomyositis are classified as idiopathic inflammatory myopathies. Interstitial lung disease is rare and is described in the literature in about 10% of cases.The authors describes a case of 75 year old woman presenting with one month evolution of fever, weight loss, arthralgia, myalgia and symmetric and proximal muscle weakness of upper and lower limbs. Nonspecific interstitial changes was found in chest X-ray. After exhaustive study, the diagnosis of pulmonary envolvement in the form of organizing pneumonia by polymyositis, was established. Glucocorticoids and mycophenolate were prescribed with good clinical, analytical and radiological outcome.Conclusion: In this case, it was the changes in the chest X-ray in a patient without respiratory sym ptomatology, that conducted to exhaustive study to polymyositis

  13. Envolvimento pulmonar na polimiosite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Direndra Hasmucrai

    2010-07-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: A polimiosite (PM e a dermatomiosite são classificadas como miopatias inflamatórias idiopáticas. O envolvimento pulmonar por PM é pouco frequente, estando descrito na literatura em cerca de 10% de casos.Os autores apresentam um caso de uma mulher de 75 anos, com queixas de febre, perda ponderal, artralgias, mialgias e diminuição simétrica e proximal da força muscular com impotência funcional dos membros superiores e inferiores, com início um mês antes do internamento. Apresentava infiltrados pulmonares na telerradiografia de tórax. Após estudo exaustivo estabeleceu-se o diagnóstico de envolvimento pulmonar na forma de pneumonia organizativa por PM. Efectuou-se corticoterapia e terapêutica com micofenolato com melhoria clínica, analítica e radiológica. Conclusão: Neste caso, foi a alteração na telerradiografia de tórax numa doente sem sintomatologia respiratória que levou ao estudo exaustivo até ao diagnóstico de PM, realçando mais uma vez a importância da telerradiografia no rastreio de patologias de outros foros. Abstract: Introduction: Polymyositis and dermatomyositis are classified as idiopathic inflammatory myopathies. Interstitial lung disease is rare and is described in the literature in about 10% of cases.The authors describes a case of 75 year old woman presenting with one month evolution of fever, weight loss, arthralgia, myalgia and symmetric and proximal muscle weakness of upper and lower limbs. Nonspecific interstitial changes was found in chest X-ray. After exhaustive study, the diagnosis of pulmonary envolvement in the form of organizing pneumonia by polymyositis, was established. Glucocorticoids and mycophenolate were prescribed with good clinical, analytical and radiological outcome. Conclusion: In this case, it was the changes in the chest X-ray in a patient without respiratory symptomatology, that conducted to exhaustive study to polymyositis diagnosis, enhancing once again the

  14. O DESAFIO DA MODERNIDADE À FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manfredo Araújo de Oliveira

    2018-02-01

    ABSTRACT: The article considers the Modernity first at all as the great transfor­mation in the configuration of the Western societies, today in process of universa­lization. These societies articulate a great utopia: a world completely produced by the human being in which it can find the satisfaction of its needs and happiness as a fully autonomous being. In all of this is implicit a vision of nature, the human being and, ultimately, of the being in its wholeness that is the proper subject of philosophy. Our interest here is to thematize the basic concepts implied, i.e. the metaphysics involved here, which is the most radical challenge. Our time is marked by a deep tension: on one side, a radical criticism to the hegemonic modernity in the last centuries and its perverse effects; on the other, a radical remake of a modernity that presents itself as the only desirable future for humanity. The article aims to thematize the major challenges of this conception of reality and human being currently pose to human life with serious consequences for religions and their theologies.

  15. El temps en la filosofia de Bergson

    OpenAIRE

    Casals Pons, Jaume

    1989-01-01

    The central point of Bergson's philosophy is the intuitive experience of duration, which is situated on the antipodes of the traditional idea of time. This conception of time, according to Bergson, puts time on the same level as space, as a measurable entity, as the succession of instants to measure what come before and what comes afterwards. However, this conception is a complete fallacy resulting from the illegitimate projection of the characteristics of space in the dimension of time. Real...

  16. Musica e Weltanschauung. Opera musicale, filosofia, cultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Riccardo Martinelli

    2014-02-01

    Full Text Available Can music express the world-view (Weltanschauung of a certain composer, or of a certain historical era – and how? In 19th Century, the wide-ranging philosophical implications of this question raised an intriguing quarrel between the formalists’ scepticism as to this point and their various opponents. Starting from the case study of the German psychologist and philosopher of music Georg Anschütz (1886-1953, it is argued that allowing for a systematic link of music and the world-views easily turns into the far more demanding (and occasionally ambiguous claim that music is the best and perhaps the only way to express them properly. In turn, this attitude sits well with the tendency to think of music hearing as a disembodied process, hinting at the deep dimension of synesthesia rather than to that of music as a cultural phenomenon, in Erich Hornbostel’s sense.

  17. filosofia e psicologia entre 1970 e 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra de Morais Shimizu

    2006-01-01

    Full Text Available Presenta un estudio bibliográfico referente al tema “ética y prejuicio” en el ambiente de la educación escolar en periódicos nacionales de las áreas de Educación, Psicología y Filosofía a partir de la década de 1970 hasta el año 2003. En total fueron catalogados y analizados 570 textos. Constatamos que, especialmente, en las tres últimas décadas, hubo una preocupación, por parte de los pesquisadores, con cuestiones éticas y la problemática de la diversidad y sus relaciones con la educación escolar. Notamos también, que algunas revistas científicas se destacaron por presentar un mayor número de producciones científicas, publicadas con el tema y en el período que comprende este estudio. Además de esto, la mayoría de los trabajos realizaron estudios teóricos y pesquisas bibliográficas en detrimento a las pesquisas empíricas. Fue elaborado un índice de los textos pesquisados que, junto con el material colectado, funcionará como banco de datos para pesquisadores, unidos a diversas áreas del conocimiento, que posean interés en estudiar el tema “ética y prejuicio” y sus diversos subtemas.

  18. Conversations in African Philosophy | Chimakonam | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Conversational philosophy is articulated by Jonathan O. Chimakonam as the new wave of philosophical practice both in “place” and in “space”. This journal adopts and promotes this approach to philosophizing for African philosophy. Readers are encouraged to submit their conversational piece (maximum of 2000 words) ...

  19. Comprometimento pulmonar na leptospirose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Eduardo Manhães de Carvalho

    1992-03-01

    Full Text Available Em 23 pacientes com leptospirose apresentando comprometimento pulmonar, internados no Hospital Universitário Antônio Pedro da XJFF, Niterói, hemoptise e hemoptóicos foram observados em 21,7% e 30,4%, respectivajnente. Gasometria arterial revelou hipoxemia e hipocapnia na maioria dos casos. Radiografia de tórax em 15 pacientes mostrou comprometimento alveolar em 60%, comprometimento intersticial-reticular em 6%, padrão misto (alveolar e intersticial em20%e ausência de alterações radiológicas em 14%. A necrópsiade 13 pacientes mostrou edema, congestão e hemorragia nos pulmões em 100% dos casos. A hemorragia foi focal em 46% e difusa em 54% dos casos. Houve formação de membrana hialina em 30% e trombos de fibrina em 46% dos pulmões estudados, o que estabelece o diagnóstico da coagulação intravascular disseminada e a ocorrência da síndrome de angústia respiratória na leptospirose.

  20. Sobre corpos e monstros: algumas reflexões contemporâneas a partir da filosofia da diferença Sobre cuerpos y monstruos: algunas reflexiones contemporáneas About bodies and monsters: some contemporary reflections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Peixoto Junior

    2010-03-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo geral discutir algumas relações entre o corpo e o fenômeno do monstro - teratológico ou ficcional -, procurando avaliar os abalos que a figura monstruosa provoca nos modelos de apreensão da subjetividade construídos prioritariamente a partir dos referenciais da representação e da identidade. Em termos mais específicos, partindo principalmente de autores alinhados à filosofia da diferença, são discutidas algumas possibilidades de subversão suscitadas pela monstruosidade em suas relações com o corpo, tais como as que ocorrem nos campos da ciência, da cultura, dos estudos de gênero e de uma política de subjetivação. O que se procura ressaltar em todas essas vertentes é que, ao afirmar sua diferença radical, a figura do monstro abre novas vias de acesso ao devir e à singularidade.Este artículo tiene como objetivo general discutir algunas relaciones entre el cuerpo y el fenómeno del monstruo - teratologico o ficcional -, buscando evaluar las conmociones que la figura monstruosa provoca en los modelos de aprehensión de la subjetividad construidos principalmente desde los referenciales de la representación y de la identidad. En términos más específicos, partiendo prioritariamente de autores alineados con la filosofía de la diferencia, si discuten diversas posibilidades de subversión suscitadas por la monstruosidad en sus relaciones con el cuerpo, tal como los que ocurren en los campos de la ciencia, de la cultura, de los estudios de género y de una política de subjetivación. El que si busca resaltar en todas estas vertientes es que, al afirmar su diferencia radical, la figura del monstruo abre nuevas maneras de acceso al devenir y a la singularidad.This work has as its general aim to argue about some relations between the body and the phenomenon of the monster - teratological or fictional -, trying to evaluate the shocks that the monstrous figure provokes in the models of apprehension of

  1. ANALIZA POSLOVNE KULTURE NA JAPONSKEM

    OpenAIRE

    Ocvirk, Katja

    2012-01-01

    Poslovanje na mednarodnih trgih se z globalizacijo vedno bolj spreminja. V delu diplomskega seminarja sem opredelila kulturo in opisala njene pomembne sestavine ter značilnosti. Spoznala sem, da mora biti poslovnež, ki deluje na mednarodnem trgu, zelo dobro pripravljen in seznanjen s kulturnimi razlikami, da se izogne nepotrebnim napakam in spodrsljajem. Menim, da moramo pri poslovanju s poslovnimi partnerji, ki prihajajo iz drugih kultur, vedeti, kako deluje njihovo poslovno okolje. Na ...

  2. Ensino técnico: uma necessidade ou uma falácia? Notas para a compreensão da filosofia do ensino técnico em Portugal e no Brasil - Technical teaching: a necessity or a fallacy? Notes for the comprehension of the philosophy of technical teaching in Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Alberto Marques Alves, Portugal.

    2013-08-01

    Full Text Available 1024x768 Falar de ensino técnico obriga a cruzar vertentes científicas diversas - história, sociologia, economia - e contextualizar a informação no âmbito da História da Educação. A herança recebida do sistema corporativo, a partilha de responsabilidades entre público e privado, as expectativas sociais e económicas, a sua relação com o desenvolvimento e a difícil relação entre o nacional e o internacional são algumas das vertentes que importa analisar quando procuramos fazer um trajeto breve na dimensão mais alargada no tempo. Inserir ainda uma preocupação comparativa entre Portugal e Brasil, ainda que pontual, exige uma síntese das ideias nucleares marginalizando o acessório. Procura este artigo, numa cronologia que vai do século 18 aos fins do 20, elencar as mudanças de filosofia, de investimento, de credibilidade social e de necessidade económica.Palavras-chave: ensino técnico, profissionalização, capitalismo industrial, neoprofissionalismo, Portugal, Brasil, ensino secundário. TECHNICAL TEACHING: A NECESSITY OR A FALLACY? NOTES FOR THE COMPREHENSION OF THE PHILOSOPHY OF TECHNICAL TEACHING IN PORTUGAL AND BRAZILAbstractTo talk about technical teaching forces us to cross several scientific fields - history, sociology, economy - and to contextualize the information regarding the History of Education. The inheritance received from the corporative system, the share of responsibilities between public and private, the social and economical expectations, its relation with development and the difficult relation between national and international are some of the fields that we must analyse when we aim to create a path brief in its dimension but stretched in time. To also insert a comparative concern between Portugal and Brazil, even if punctual, demands a synthesis of the nuclear ideas marginalizing the accessory. This article aims to, in a chronology going from the 18 century to the late 20th, specify the changes in the

  3. Considerações sobre a teoria do cérebro triuno e sua relevância para uma filosofia da mente e das emoções = Remarks on the triune brain theory and its relevance to a philosophy of mind and emotions

    OpenAIRE

    Mograbi, Gabriel José Corrêa

    2015-01-01

    Este artigo estabelece algumas relações fundamentais entre evolução, a teoria do cérebro triuno e a relevância que esta pode ter para a fundamentação empírica de uma filosofia da mente e das emoções. Inicialmente, será especialmente considerada a posição do filósofo Ronald de Sousa no seu já clássico artigo The Minds Bermuda Triangle: Philosophy of Emotions and Empirical Science, parte do Oxford Handbook of Philosophy of Emotions. A segunda seção discute a validade da teoria do cérebro triuno...

  4. No limiar do mundo visível: a noção de esquema corporal nos cursos de Merleau-Ponty na Sorbonne

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Saretta Verissimo

    2012-06-01

    Full Text Available De acordo com o propósito geral de estudar longitudinalmente o uso que Merleau-Ponty faz da noção de esquema corporal em sua filosofia, no presente artigo dedicamo-nos aos seus cursos na Sorbonne, localizados em um período intermediário da sua obra. Neles, o filósofo enceta discussões acerca da corporeidade a partir da psicologia da criança e da psicanálise, tomando por eixos centrais o problema da intersubjetividade e a teoria do esquema corporal. Merleau-Ponty compreende que a aquisição de um esquema corporal uno, "total", implica um descentramento de si, de modo que o corpo próprio, o de outrem e o mundo possam se entrelaçar num "tecido relacional" que envolve inextricavelmente visibilidade e espessura intracorporal. Consideramos que nesses estudos Merleau-Ponty dá um importante passo em direção à noção de carne tal como encontrada em seus textos mais tardios.

  5. Psicoterapia centrada na pessoa e o impacto do conceito de experienciação Person-centered psychotherapy and the impact of the experiencing concept

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Caselli Messias

    2006-01-01

    Full Text Available O presente artigo trata das contribuições conceituais de Eugene T. Gendlin ao desenvolvimento da teoria da Abordagem Centrada na Pessoa, de Carl R. Rogers, com especial destaque à experienciação. Uma breve biografia do primeiro autor é apresentada ao leitor de língua portuguesa bem como dos desdobramentos da sua Filosofia do Implícito, que atualmente se constitui em uma abordagem específica. Os benefícios que uma compreensão experiencial pode oferecer aos profissionais centrados no cliente também são analisados.The article discusses the conceptual contributions of Eugene T. Gendlin to the development of the Person-Centered Approach theory, from Carl R. Rogers, with a special distinction to Experiencing. A brief biography of the first author is presented to the Portuguese reader as well as the developments of his Philosophy of the Implicit, a specific approach nowadays. The benefits that an experiential comprehension is able to offer to the Person-Centered Professionals are also analyzed.

  6. A Fundamentação da moral na obra de Arthur Schopenhauer e a interpretação de Max Horkheimer.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Vagner Rodrigues

    2017-08-01

    Full Text Available Schopenhauer afirma que uma ética não dogmática requer leis demonstráveis derivadas da experiência. Nesse sentido o fundamento de uma ética deve ser uma metafísica imanente, que sustente, na experiência possível, suas afirmações, e que seja, por isso mesmo, capaz de dar de uma vez por todas um fundamento legítimo à moral. A fundamentação da moral schopenhaueriana segue, portanto, uma argumentação muito próxima de uma metodologia científica. Para Schopenhauer a filosofia deve se aproximar mais de uma cosmologia do que da teologia. Max Horkheimer em “O pensamento de Schopenhauer em relação à ciência e à religião” destaca a fecundidade de tal posição filosófica e atualiza a importância de Schopenhauer tanto para sua formação quanto para uma legítima interpretação da modernidade. Acompanhamos, neste artigo tanto os aspectos fundamentais da fundamentação schopenhaueriana da moral, quanto aspectos da interpretação de Horkheimer da empreitada do filósofo

  7. NA48 prototype calorimeter

    CERN Multimedia

    1990-01-01

    This is a calorimeter, a detector which measures the energy of particles. When in use, it is filled with liquid krypton at -152°C. Electrons and photons passing through interact with the krypton, creating a shower of charged particles which are collected on the copper ribbons. The ribbons are aligned to an accuracy of a tenth of a millimetre. The folding at each end allows them to be kept absolutely flat. Each shower of particles also creates a signal in scintillating material embedded in the support disks. These flashes of light are transmitted to electronics by the optical fibres along the side of the detector. They give the time at which the interaction occurred. The photo shows the calorimeter at NA48, a CERN experiment which is trying to understand the lack of anti-matter in the Universe today.

  8. Na Cauda do Cometa

    Science.gov (United States)

    Voelzke, M. R.

    2009-01-01

    Quando viam um cometa, os antigos gregos imaginavam uma estrela com uma vasta cabeleira. Não à toa, a palavra deriva do termo koma, que significa cabelo. Constituídos por fragmentos de gelo e gases, os cometas possuem um núcleo sólido, que pode ter vários quilômetros de diâmetro, e uma cauda que sempre aponta na direção contrária ao Sol, devido aos ventos solares. Graças à aparência de pontos luminosos em movimento (ao contrário de outros astros, que parecem estáticos), esses corpos celestes foram interpretados por diferentes povos com muito misticismo, inspirando mitos tanto de boas-novas como de maus presságios. Conheça algumas dessas histórias:

  9. Usos da história na formação de pessoas: as experiências do Marquês de Condorcet (1743-1794 e de Immanuel Kant (1724-1804

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itamar Freitas

    2017-12-01

    Full Text Available Este artigo examina a posição de dois pensadores da ilustração – Immnuel Kant (1724/1804 e Marie Jean Antoine Nicolas de Caritat (1743/1794 – e se propõe a responder à seguinte questão: se não se nasce pessoa, torna-se pessoa, qual o lugar da história na formação dos humanos no período anterior à referida autonomização da disciplina escolar? Aqui, são examinados os textos, produzidos entre 1791 e 1803, que anunciam as visões de homem, vida, filosofia da história, história empírica e educação humana com o objetivo de discutir a presença da história como saber ensinável no século XVIII, contribuindo, assim, para o conhecimento dos usos da história na formação de pessoas numa perspectiva de longa duração.   Palavras-chave: , ensino de história, Condorcet, Kant, século XVIII.

  10. Ensino da homeopatia na graduação em farmácia: concepções e práticas pedagógicas em instituições do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Domingues Corrêa

    Full Text Available Este trabalho aborda a situação do ensino de homeopatia nas faculdades de farmácia do estado do Rio de Janeiro, buscando identificar e analisar a situação político-pedagógica com relação à perspectiva curricular de formação do farmacêutico generalista, tendo em vista as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia. Discutem-se os aspectos legais da questão e as percepções dos professores a respeito. O ensino de homeopatia no estado do Rio de Janeiro é oferecido por duas universidades públicas e 12 instituições particulares, sendo que nas públicas a disciplina é optativa e nas particulares, em sua maioria, é obrigatória. Tanto na graduação quanto na especialização em homeopatia, o foco é o preparo de medicamentos, incluindo uma abordagem teórica da filosofia homeopática.

  11. La formación de los profesores de Filosofía u la paradoja del "giro filosófico" A formação dos professores de Filosofia e o paradoxo do "giro filosófico" Formation of teachers of Philosophy and the paradox of "turn philosophical"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Ruggiero

    2012-12-01

    Full Text Available En el presente artículo se recupera la lectura de un texto del profesor Guillermo Obiols con el doble propósito de mantener viva la memoria de una búsqueda filosófica colectiva e intentar a su vez un balance de nuestras prácticas de enseñanza de la Filosofía. Se propone también pensar la formación de los futuros profesores de Filosofía desde una perspectiva filosófica que asuma la centralidad del proyecto de autonomía como horizonte de un trabajo de reconstrucción de la propia subjetividad.Este artigo recupera a leitura de um texto do professor Guillermo Obiols com o duplo propósito de manter viva a memória de uma busca filosófica coletiva e promover um balanço de nossas práticas de ensino de Filosofia. Também tem o propósito de pensar a formação dos futuros professores de Filosofia desde uma perspectiva filosófica que assuma a centralidade do projeto de autonomia como horizonte de um trabalho de reconstrução de sua própria subjetividade.This article recovers the reading of a text by professor Guillermo Obiols with the dual purpose of keeping the memory of a collective philosophical search alive and, in turn, trying to balance our Philosophy teaching practices. There is also a proposal to consider the qualification of future Philosophy teachers from a philosophical perspective that assumes the core of the autonomy project as the basis of the reconstruction work on subjectivity itself.

  12. A ENGENHARIA NA ESCOLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Pelizzer Casara

    2015-04-01

    Full Text Available Este projeto teve por objetivo principal mostrar às jovens do ensino médio, como as áreas de exatas e de engenharia podem estar inseridas em situações rotineiras por elas vivenciadas e incentivá-las para ingressarem nessas áreas. O projeto foi executado na escola de ensino Médio Nelson Horostecki na cidade de Chapecó, Santa Catarina. Mostrou-se de forma simples que as áreas de exatas e de engenharia têm aplicações práticas nas nossas vidas. No desenvolvimento do projeto, realizaram-se oficinas na escola cujo tema principal abordado foi o processo de fabricação do chocolate, visto que o mesmo é um produto muito apreciado pelas adolescentes. Dentro dessa temática, foram trabalhadas as questões que envolvem conhecimentos das áreas de exatas e de engenharia, mais especificamente a Engenharia Ambiental. O projeto auxiliou na formação cidadã e também na escolha profissional das meninas. Muitas das alunas participantes nunca haviam tido contato direto com alunos graduandos de cursos na área das exatas. Mais ainda, este projeto oportunizou a aproximação da universidade com a comunidade externa. Palavras-chave: Extensão Universitária, Ciências Exatas e Engenharia, Chocolate, Oficinas.   Engineering in the school Abstract: The main objective of this project was to show high school female students how the exact sciences and engineering can be included in their routine situations encouraging them to entering in these areas. The project was carried out at the Nelson Horostecki High School in Chapecó, Santa Catarina State, Brazil. It was showed in a simple manner how exact sciences and engineering have practical applications in our lives. Workshops were conducted in the school during the execution of the project in which the main subject was the chocolate manufacturing process, since chocolate is a product greatly appreciated by the young female people. Within this matter, the activities were performed using the knowledge of

  13. Hodler à Iéna

    OpenAIRE

    2017-01-01

    A la mort de Hodler, on demanda que les planches qui recouvrait la fresque de Iéna, depuis la protestation contre le bombardement de Reims, soit enlevées. Les autorités de Iéna ont refusé énergiquement.

  14. Valores na escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menin Maria Suzana De Stefano

    2002-01-01

    Full Text Available Neste texto pretende-se discorrer sobre valores morais na escola e suas implicações para a formação de professores. Para tanto discutir-se-á, em primeiro lugar, e brevemente, o que são valores morais, ou éticos, e como a escola pode situar-se em relação a eles. Em seguida, serão relatadas algumas observações a respeito de valores de professores e práticas daí decorrentes. São comentados resultados de pesquisa que ilustram a transmissão de valores de forma doutrinal e a educação moral e cívica tal como realizada na ditadura militar, e, por outro lado, a posição relativista e/ou de laissez-faire que certas escolas podem adotar, metodologicamente, sobre a educação em valores. Finalmente, defender-se-á a idéia de que é necessária uma discussão sobre valores pelos diversos membros da escola e uma opção por uma metodologia para ensiná-los, seja os professores, em sua formação inicial e continuada, seja os alunos. A teoria de desenvolvimento moral de Jean Piaget será apresentada como uma referência possível para a educação em valores. Exemplos de situações escolares de conflito de valores entre direção, pais e alunos são discutidas para ilustrar como uma escola pode adotar um procedimento democrático de educação em valores, que se apresenta como um terceiro caminho possível de educação moral nas escolas, além das posições doutrinárias ou relativistas.

  15. Entre a alteridade e a indiferença: uma análise das relações na escola = Between otherness and indifference: an analysis of relations in school = Entre alteridad y la indiferencia: un análisis de las relaciones en la escuela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maia, Marta Nidia Varella Gomes

    2016-01-01

    Full Text Available Analisar relações e interações presentes na escola, a partir da obra de Martin Buber, é o que propõe o presente texto. Transitando entre recortes do cotidiano extraídos de dissertações de mestrado e teses de doutorado, e apoiado na concepção de existência humana e no conceito de relação buberianos, aponta para a possibilidade e necessidade de humanização nas interações. Inicia-se com a contextualização do campo empírico dos trabalhos selecionados, apresenta, brevemente, a filosofia antropológica de Martin Buber e destaca os conceitos estudados aplicados à análise das teses e dissertações. Conclui com considerações sobre o próprio processo de estudo e análise do material selecionado e sobre as contribuições das teorias de Buber para as relações entre os sujeitos na escola

  16. O conceito kantiano de máxima e a solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica The Kantian concept of maxim and the solution of the antinomy of teleological judgment in the third Critique

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Valois Cordeiro

    2007-01-01

    Full Text Available O presente artigo visa explicar o conceito kantiano de máxima. Seu propósito é aduzir uma interpretação capaz de identificar as diferentes funções deste conceito na filosofia de Kant. Além disso, o autor explora as consequências da sua análise na esfera da solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica. No cerne desta antinomia está a alegação de Kant, segundo a qual toda a "aparência" (Anschein de conflito entre as máximas mecânica e teleológica provém da confusão de um princípio da faculdade de julgar reflexiva com um princípio da faculdade de julgar determinante.The present paper attempts to clarify the Kantian concept of maxim. Its object is to provide an interpretation that places the assignment of different functions to this concept in the Kantian philosophy. The author explores also the consequences of his analysis for the solution of the antinomy of teleological judgment in the third Critique. At the heart of this antinomy is Kant's contention that all "semblance" (Anschein on a conflict between the mechanistic and teleological maxims stems from the confusion of a principle of reflective with one of determinative judgment.

  17. A Arquitetura na Cidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Euler Sandeville Junior

    2013-07-01

    Full Text Available Este artigo é uma reflexão sobre três casos em que a arquitetura define a configuração do espaço público, investigando seus significados e pressupostos. São levantadas questões que não comportam respostas definitivas, mas que induzem a alguns parâmetros para discutir a atuação do arquiteto no espaço público, nas áreas centrais de nossas cidades. Nosso título é, sem dúvida, devedor do célebre trabalho de Aldo Rossi, a Arquitetura da cidade (1966. Porém, nos ocupamos apenas da inserção da arquitetura na cidade e numa perspectiva teórica muito distinta, reconhecendo para o projeto do objeto arquitetônico uma dependência do espaço e do tempo e das relações sociais que assim se estabelecem. São analisados o Memorial da América Latina, a estação Barra Funda do Metrô e a Praça da Sé. São aqui entendidos como campos de projeto da paisagem e, como tal, problematizados.

  18. O SUBLIME NA MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha de Almeida

    2009-03-01

    Full Text Available A obra Uma investigação filosófica sobre a origem de nossas idéias do sublime e dobelo, do sensualista inglês Edmund Burke (1757, data as origens do sublime na Modernidade. Nosublime ocorre é um prazer ligado à dor, um "horror delicioso" que sentimos quando acreditamosque estamos em perigo sem que isso esteja ocorrendo realmente. Em O mundo como Vontade erepresentação Schopenhauer assume as influências que sofreu de Kant no que diz respeito à suainterpretação sobre o belo e o sublime, porém difere dele quanto à natureza dessa impressão. ParaSchopenhauer a experiência estética pressupõe a dissolução da subjetividade num movimento decontemplação das idéias livre do querer imposto pela vontade individual. As idéias deSchopenhauer influenciaram a estética do Nietzsche de O nascimento da tragédia.

  19. Reflexão sobre a missão desafiadora do constructo marca-país na área de negócios internacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Gondim Mariutti

    2015-12-01

    Full Text Available A importância de uma marca-país promovida estrategicamente é um dos propósitos fundamentais em negócios internacionais. Cada nação tenta transmitir seus atributos internacionalmente - não apenas seus produtos e serviços, mas também a sua imagem geral. Além disso, pesquisas sobre o construto de marca-país estão sendo realizadas continuamente em institutos governamentais e ambientes acadêmicos e corporativos. As nações precisam se promover estrategicamente se desejam serem percebidas. Baseada nesta premissa, o objetivo desta reflexão teórica é abordar este constructo para delinear o desenvolvimento desta linha de pesquisa e propor um arcabouço teórica para pesquisas futuras. Este artigo também colabora para a compreensão da missão desafiadora do constructo marca-país, cujas estratégias podem ser aplicadas na prática e na teoria da disciplina. Este estudo conceptual complementa o estado-da-arte sobre as complexidades do construto de marca-país através da compreensão das filosofias-chave sobre o tema depois de traçar a sua evolução. A combinação de resultados ofereceu suporte para a elaboração de um quadro conceptual relacionado com as principais complexidades do construto de marca-país, os quais são os seguintes: natureza multifacetada; variedade de muitos grupos de stakeholders; envolvimento do governo; oportunidades interdisciplinares e multidisciplinares e potenciais modelos para marca-país. Assim, o artigo considera que as estratégias dinâmicas e funcionais de branding para uma marca-país proporcionam autenticidade às nações no cenário internacional de negócios e ao fazê-lo - esta missão desafiadora da marca-país beneficia a economia e o comércio internacional; desenvolve as relações diplomáticas e os avanços de pesquisa sobre marketing internacional; fomenta programas de intercâmbios acadêmicos e de ensino; por fim, avança na sustentabilidade nacional e global.

  20. Os desafios atuais do estudo da subjetividade na Psicologia The contemporary challenges of the study of the subjectivity in psychology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Leon Crochík

    1998-01-01

    Full Text Available O objetivo deste ensaio é o de apontar para alguns dos elementos básicos que devem ser considerados no estudo da subjetividade pela Psicologia. Para isso, delineia os limites do objeto de estudo da Psicologia, ressaltando a sua constituição a partir da mediação social. Utiliza-se de reflexões presentes na obra dos pensadores da Escola de Frankfurt, em particular Adorno, Horkheimer e Marcuse, para mostrar a relação entre a constituição da subjetividade e a idéia de formação. Defende-se a idéia de que, para estudar a subjetividade, é necessário, para o psicólogo, além de seu saber específico, o conhecimento de noções de filosofia e sociologia, relacionadas com o seu objeto, e um bom contato com a literatura e com a arte de uma forma geral.The objective of this essay is to indicate some of the basic elements which should be considered within the study of the subjectivity by Psychology. In order to do this, the limits of the object of study of Psychology have been outlined, highlighting its constitution originating from social mediation. The article utilizes itself of contemporary reflections in the works of theorists of the School of Frankfurt, having a particular emphasis on Adorno, Horkheimer, and Marcuse to demonstrate the relation between the constitution of subjectivity and the idea of formation. Herein the idea that in order to study subjectivity, it is necessary for the psychologist not only his specific knowledge but also the understanding of philosophical and sociological notions related to his objective as well as a thorough contact with literature and art.

  1. Utilização de APPCC na indústria de alimentos Utilization of HACCP in food industry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Lagoa Ribeiro-Furtini

    2006-04-01

    Full Text Available A busca e o aperfeiçoamento pela qualidade dos alimentos, por exigência de consumidores e mercado, aumentam a procura por sistemas que possam proporcioná-la e, que também, sejam efetivos não só no quesito sanitário, mas na redução de perdas e no aumento da competitividade. O sistema APPCC vem ao encontro da satisfação dessas exigências, por ser um programa que tem como filosofia a prevenção e, por trabalhar junto a outros já utilizados, não desperdiçando pré-investimentos, ou seja, aproveitando os investimentos feitos em outros programas. A implantação do APPCC satisfaz à legislação nacional e internacional, dando segurança e abrindo as portas para a exportação, porém, no Brasil, ainda existem algumas dificuldades para que este programa seja totalmente difundido e fiscalizado.Searching for high quality foods has increased on the last few years, mainly due to the higher consumers and market requirements. Such a situation has generated efforts from researchers in order to develop systems capable to ensure high standard food safety. Such a these systems must be effective not only concerning sanitary aspects but also aiming decreasing losses and increasing competitiveness as well. The HACCP system can effectively attain those requirements, by having as philosophy the prevention of hazards and working along with another programs previously utilized, such an action avoids unnecessary expenses with prior investments, for, it utilizes investments already made in other pre-existing programs. HACCP implementation meets both national and international legislation requirements, providing safeness and open opportunities for international food trading. However, in Brazil, there still are some difficulties concerning wide implementation and enforcement of the program.

  2. SPOLNO NADLEGOVANJE NA DELOVNEM MESTU

    OpenAIRE

    Rubič, Gašper

    2016-01-01

    V diplomskem delu smo v uvodu predstavili problem spolnega nadlegovanja na delovnem mestu in predstavili podjetje TEKSTIL d.d. V nadaljevanju smo z anketo raziskali, ali problem spolnega nadlegovanja na delovnem mestu v obravnavanem podjetju obstaja in če, kako se nanj odziva okolje. V teoretičnem delu smo nadaljevali in predstavili definicijo spolnega nadlegovanja, ki je kakršna koli oblika nezaželenega verbalnega in neverbalnega ali fizičnega ravnanja spolne narave z učinkom ali nameno...

  3. Hemisferectomia na hemiplegia infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rolando A. Tenuto

    1956-03-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de um paciente com 18 anos de idade, portador de paralisia cerebral instalada aos 4 anos de idade após moléstia febril prolongada (hemiplegia esquerda, crises convulsivas generalizadas, freqüentes e rebeldes à medicação, deficiência mental e alterações de conduta. O eletrencefalograma e o pneumencefalograma revelaram alterações graves do hemisfério direito; tendo o primeiro destes exames demonstrado a existência de perturbações propagadas ao outro hemisfério. Foi praticada a hemisferectomia direita. Durante o ato cirúrgico, por exigência técnica foram extirpados, além do hemisfério cerebral, os dois terços rostrais do núcleo caudado e o núcleo amigdalóide. No pós-operatório foi intercorrência de osteomielite e meningite, medicadas com antibióticos e seqüestrectomia. Apesar da complicação pós-operatória, instalou-se progressiva melhora em relação à conduta social; diminuiu também a espasticidade no membro inferior esquerdo e não mais se repetiram as crises convulsivas. Não foram observadas modificações quanto ao rendimento intelectual e quanto aos distúrbios sensitivos que existiam antes da intervenção cirúrgica. O exame neurocular mostrou hemianopsia homônima esquerda. Êstes resultados são concordantes com os assinalados na literatura sobre o assunto.

  4. Active transport of Na+ by reconstituted Na,K-ATPase

    International Nuclear Information System (INIS)

    Boldyrev, A.A.; Svinukhova, I.A.

    1987-01-01

    The ability of ATP, CTP, ITP, GTP, and UTP to support ouabain-sensitive accumulation of Na + by proteoliposomes with a reconstituted Na/K-pump was investigated. At a low [Na + ]/[K + ] ratio in the medium (20 mM/50 mM), a correlation is observed between the proton-accepting capacity of the nucleotide and its effectiveness as a substrate of active transport. To test the hypothesis of the importance of the presence of a negative charge in the 1-position of the purine (3-pyrimidine) base of the nucleotide for mutual transitions between the Na- and K-conformations of Na,K-ATPase they used two analogs of ATP: N 1 -hydroxy-ATP, possessing proton acceptor capacity, and N 1 -methoxy-ATP, in the molecule of which the negative charge is quenched by a methyl group. The first substrate supports active accumulation of Na + in proteoliposomes at the same rate as ATP, whereas the second substrate is relatively ineffective

  5. Risbjerg: Historisk stemmeskred med NA

    DEFF Research Database (Denmark)

    Thomsen, Søren Risbjerg

    2007-01-01

    ANALYSE: NA flytter 12,3 pct. af stemmerne i majs meningsmålinger - historisk mange vælgere på en måned, skriver professor Risbjerg. Udgivelsesdato: 3. juni 2007......ANALYSE: NA flytter 12,3 pct. af stemmerne i majs meningsmålinger - historisk mange vælgere på en måned, skriver professor Risbjerg. Udgivelsesdato: 3. juni 2007...

  6. Na via do Behemoth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gérard Rabinovitch

    2008-06-01

    Full Text Available O momento nazista permanece um enigma impensado de que a cultura contemporânea continua cativa. O autor levanta a hipótese de que a persistência desse enigma e seus estragos duráveis se devem à insistência dos pensamentos político, sociológico e filosófico em construírem o nazismo à luz da metáfora hobbesiana do Leviatã. Propõe retomar a questão do nazismo sob a perspectiva do Behemoth, antônimo do Leviatã. Para tanto, sugere a necessidade de retornar a Freud e à psicanálise, balizas de um possível novo pensamento do político que escrutine a destrutividade nazista. Propõe ainda sondar as homologias entre nazismo, corjas e máfias, com base na figura da " heroicização da violência" que lhes seria comum. E avança um modelo " econômico" : a quimera, suscetível de capturar o caráter heterotópico e heterocrônico de sua construção criminosa.The paths of Behemoth. The Nazi moment remains as the thoughtless enigma of which contemporary culture is still captive. The author raises the hypothesis where the persistency of this enigma and its durable damages are due to the insistence of the political, social and philosophical thoughts in building the Nazism at the view of the Hobbesian metaphor of Leviathan. It is here proposed to resume the Nazism matter under Behemoth's perspective, antonym to Leviathan. For such, it is suggested a necessity to look back at Freud and the psychoanalysis, structured by a possible new political thought which scrutinizes the destructivity of the Nazism. It is also here proposed to gaze at the homologies between Nazism, mafias and gangs, with a base in the figure of " violence as a heroically act" that are their common ground. The author also advances an economical model: the chimera susceptible to capture the heterotopic and heterochronic character of its criminal construction.

  7. Metodologia da filosofia e do ensino de filosofia: tensões e confluências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalton José Alves

    2016-01-01

    Full Text Available In this paper, it is discuss about the possibility of a methodological purpose to teaching philosophy, linked to history of philosophy as a single subject to a learning method: the philosophical thought. At the begging, the matter is to analyse what is more important in the teaching of Philosophy in high schools: the philosophical thought, or to know only the history of philosophy, considering tensions and meeting points on it. In this case, the purpose is to go further to meeting points between philosophical thought and history of philosophy. At the same time this paper focuses some positive aspects of history of philosophy as a way to learning the philosophical thought. The paper points that is possible to take a philosophical attitude by the students in their own lives from a teaching method based on philosophical inheritance.

  8. 1964-1985: a filosofia do controle e o controle da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Francisco Correia

    2007-01-01

    Full Text Available During the Brazilian military regimen (1964-1985 the philosophy was neglected in benefit of the moral and civic education. In the period, it invigorated a philosophy of the control established in the repression for the violence and the ideology of persuasions of the national consciences favorable to the authoritarian regimen, reason for which if it made necessary then the control of the philosophy. On the basis of this historical fact, the present study, carried through according to of research rules of the bibliographical-documentary research, displays and analyzes some aspects of this thematic one. The result the one that arrives is that the exclusion of the philosophy of the Brazilian schools during the military regimen in serves them of example to be observed, so that today, when the philosophy comes back to be obligator, not to run the risk to see its curricular citizenship one more time spoiled.

  9. A formação clínica e a produção do cuidado em saúde e na enfermagem Clinical training and the production care in health and nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcivan Nunes Vieira

    2011-06-01

    Full Text Available Este ensaio propõe uma discussão sobre a clínica na prática e na formação acadêmica da enfermagem com base em referenciais teórico-conceituais situados no campo da filosofia, tendo como pistas as relações de poder, saber e subjetividade presentes no encontro entre os sujeitos implicados com a produção do cuidado em saúde e com a formação acadêmica. A clínica na enfermagem foi impregnada pelo referencial biomédico, o que lhe conferiu alguns atributos que condicionaram sua prática: a pretensa neutralidade nas relações entre quem cuida e quem é cuidado, bem como a objetificação dos sujeitos, dos problemas e das necessidades de saúde que limita o olhar e as possíveis intervenções elaboradas no sentido de atendê-las. Nesta perspectiva, estas se pautam na compreensão da doença apenas em sua dimensão orgânica. Encontramos na filosofia espinosista a clínica como um encontro potencializador dos sujeitos, espaço de recriação e ressignificação da vida. Em Epicuro, esse encontro produz também desvios, movimentos aversos a estaticidade e apatia. Partindo dessas concepções, entendemos que a reconstrução da prática clínica no trabalho do enfermeiro passa necessariamente pela reconstrução das relações entre os sujeitos envolvidos na formação e pela produção de dispositivos mobilizadores de subjetividadesThis essay proposes a discussion on the practice and academic training in nursing based on theoretical and conceptual references in the field of philosophy, taking as cues the relationships of power, knowledge, and subjectivity in the meeting between the subjects involved with the production of health care and academic education. The nursing practice was impregnated by biomedical references, which conferred it a few attributes that have imposed limitations on it: the supposed neutrality in the relationships between those who provide care and those who are cared for, the problems and needs in health that limit

  10. Estresse ocupacional na enfermagem atuante na unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Borges Teixeira, Larissa; Portela Veloso, Lorena Uchôa; Universidade Estadual do Piauí; Pereira Ribeiro, Ítalo Arão; Universidade Estadual do Piauí; Nunes de Oliveira, Tauane; Instituto de Ensino Superior Franciscano; Leal Cortez, Antônio Carlos; Universidade Estadual do Piauí

    2017-01-01

    Introdução: O estresse tem sido um dos problemas que mais tem acometido a equipe de enfermagem dentro da unidade de terapia intensiva (UTI), causando prejuízo funcional, bem como instabilidade na saúde desses profissionais. Objetivo: Descrever, através da revisão integrativa, o estresse no trabalho da enfermagem na UTI, bem como identificar fatores, sinais e sintomas associados ao estresse ocupacional. Método: Trata-se de uma pesquisa integrativa, utilizando como banco de dados a Biblioteca V...

  11. Uma conversa com Paul Standish sobre os trail-effects da psicologia e a “cultura da auditoria” na educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Maria Cornelia Gottschalk

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Em tempos tão sombrios para a pesquisa educacional em várias partes do mundo, em que educadores e pesquisadores estão submetidos a uma cultura de auditoria cada vez mais implacável, tivemos o privilégio de entrevistar um dos poucos filósofos que, de uma perspectiva filosófica, questionam esse tipo de gestão educacional: Paul Standish, professor e diretor do Centro de Filosofia da Educação do Instituto de Educação da Universidade de Londres (University College London Institution of Education. Uma de suas principais críticas incide sobre o transporte abusivo de procedimentos contábeis, característicos do campo da administração, para a proposição de políticas educacionais que visariam a uma equivalente “transparência contábil”. Recorre a filósofos como Wittgenstein e Austin, entre outros, para desconstruir o mito da transparência da prestação de contas no campo da educação quando são adotadas medidas avaliativas e de gestão pretensamente objetivas e eficientes, mas que, na verdade, têm tido como resultado a imposição de modelos empíricos de comportamento e de pensamento extremamente reducionistas e dogmáticos. Segundo ele, boa parte desses modelos é oriunda da psicologia, a qual, mesmo tendo alterado substancialmente seus aparatos teóricos como também suas práticas ao longo das últimas décadas, trouxe crenças iniciais que deixaram o que Paul Standish denomina detrail-effects* no imaginário do senso comum, os quais agem sub-repticiamente na base da cultura de auditoria que vem se instaurando no campo da educação. Ao longo da entrevista, Standish também aborda questões relativas ao lugar da filosofia analítica na educação, com suas diferentes vertentes; questiona o modo como o pós-estruturalismo tem sido apropriado pela pesquisa educacional; critica o uso da expressão ciência da educação, quando se desconsidera o fato de que as questões mais fundamentais da educação não podem ser

  12. A personagem na literatura portuguesa: uma leitura de O Crime do Padre Amaro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deisi Luzia Zanatta

    2013-06-01

    Full Text Available Este estudo tem por norteamento central uma análise sobre a construção e a função das personagens Amaro e Amélia, da obra literária O Crime do Padre Amaro (1874, de Eça de Queirós. Visa, também, a uma abordagem sobre a sociedade de Leiria, em Portugal no século XIX, em que magistralmente o autor traça um perfil da vida provinciana e o regimento da Monarquia, Igreja e Burguesia, expondo a conduta das pessoas dominadas por esse sistema, a fim de criticar impiedosamente os valores que essa sociedade considerava como fundamentais. A opção por essa abordagem deve-se à evidência da corrente realista-naturalista, pois Eça mostra, através da ficção, como tal filosofia influenciou a vida dos habitantes fictícios da sociedade de Leiria e, principalmente, a ação das personagens principais, Amaro e Amélia, bem como a punição que esta sofre por provar do fruto proibido. Para tal, estudaram-se os postulados de Candido (1976, Reis (1999 e Citelli (2002, visando à compreensão dos mecanismos de construção de Amélia e as relações intrínsecas do resgate da identidade cultural e histórica de uma sociedade decadente em Portugal no século XIX, como também o comportamento e o discurso do clero e a punição que essa sociedade sofreu por ter sido dominada por pessoas inescrupulosas. De uma capacidade narrativa genial, Eça é minucioso na descrição das passagens da obra, pois faz um retrato crítico da sociedade de Leiria, o ambiente corrupto e responsável pelos desvios de Amaro e Amélia.

  13. Corpo e sexualidade na gravidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalúcia Matos Araújo

    2012-06-01

    Full Text Available Estudo etnográfico que teve como objetivo compreender como as gestantes vivenciam os processos fisiológicos do seu corpo durante a gestação e a sua repercussão na sexualidade. A pesquisa envolveu sete mulheres residentes em bairro popular de São Paulo. Na coleta de dados, utilizou-se observação participante e entrevista com questões norteadoras. Os dados foram apresentados na forma de narrativa e posteriormente organizados nas categorias: Percebendo as transformações corporais; Convivendo com as mudanças no corpo; Sentimentos e sensações na vida sexual durante a gestação e imaginando o corpo e a sexualidade após a gestação. As mulheres referiram-se às transformações do corpo como desconfortos e expressaram a preocupação de que fossem definitivas. Expressaram o desejo de que, após o parto, o corpo volte a ser como era e que volte a sentir desejo sexual. O reconhecimento destes fatos constitui-se numa ferramenta primordial na adequação das práticas profissionais.

  14. All new for NA62

    CERN Multimedia

    Antonella Del Rosso

    2012-01-01

    This week sees the start of the first run of the new NA62 experiment. This will be a unique opportunity for the collaboration to test its new beam, new detectors and new data acquisition system before the physics run in 2014. Speaking to the Bulletin, the NA62 technical coordinator Ferdinand Hahn shares the many challenges that the various teams faced to be on time for beam. Ready, steady, start!   A Large Angle Veto detector (white) in place in the NA62 decay volume (blue). With components from almost all the detectors in place downstream of the decay point of the mother particles – the kaons – and of the KTAG detector that tags the kaons before they decay, NA62 is ready for its first technical run. This unique run will test all the equipment as well as the trigger and the data acquisition systems. “This year, we will have about five weeks of beam from the SPS before the long shutdown of all the CERN machines,” says Ferdinand Hahn, NA62 Technical Co-...

  15. RAZÃO E FÉ NA CONTEMPORANEIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lia Guarino

    2014-12-01

    Full Text Available A modernidade foi diagnosticada como um momento em que a cultura ocidental se afastou das religiões transcendentes, e se aproximou de um humanismo laicizado. No entanto, verificamos hoje um momento de exacerbação das religiões, das seitas, das crendices em toda parte. Como pensar este presente? Utilizamos aqui ferramentas conceituais fornecidas pela psicanálise para compreender o ressurgimento da fé nas religiões, sem abrir mão de uma busca de sabedoria laica não humanista para este início do século XXI. Palavras-chave: filosofia; religião; psicanálise, modernidade.   Modern times were diagnosed as a time when the Western culture stepped away from the transcendent religions, and approached a laicized humanism. However, we live today in times of exacerbation of religions, cults, and beliefs. How do we think of our present? We use here the conceptual tools provided by psychoanalysis to understand the resurgence of faith in religion, without giving up on a search of a non-humanist wisdom for the beginning of this twenty-first century. Keywords: philosophy; religion; psychoanalysis; modernity.

  16. Experiência de integração docente assistencial na área de pediatria social desenvolvida em uma comunidade da periferia de São Paulo, abrangendo assistência, ensino e pesquisa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianna Augusto

    1983-03-01

    Full Text Available O trabalho consiste em uma experiência de integração docente assistencial abrangendo assistência, ensino e pesquisa. Vem sendo realizado desde 1974 pelo grupo de professoras de Enfermagem Pediátrica do Departamento de Enfermagem da Escola Paulista de Medicina. A filosofia adotada é a do Prof. Robert Debré (fundador do Centro Internacional da Infância, que compreende "uma técnica individualizada e uma atitude que acompanha o gesto preventivo e curativo, resultando na assistência integral da criança". A metodologia aplicada, inclui técnicas científico - pedagógicas e de intervenção comunitária. A evolução do trabalho tem demonstrado melhoria do nível de saúde e social da comunidade. Como campo de estágio, vem oferecendo às alunas, ao longo dos anos, oportunidade de participação na assistência integral à criança e à família na comunidade, de implantação de novas áreas de assistência, participação em programas educativos e de vigilância epidemiológica e nutricional. O nível de atendimento tem sido verificado através da realização de pesquisas. O trabalho vem preenchendo os objetivos da OMS - Organização Mundial da Saúde -"Saúde para todos no ano 2000".

  17. Kostel na Lesné

    OpenAIRE

    Pospíšil, Vojtěch

    2017-01-01

    Tato teoretická diplomová práce se zabývá prostorovou akustikou a s tím úzce spojenou problematikou doby dozvuku. Součástí práce je zpracování návrhu akustických úprav kostela na základě ručního výpočtu, který byl dále upravován ve specializovaném softwaru Odeon Room Acoustics Program. Pro okolní zástavbu kostela byla vytvořena hluková studie v programu Hluk+, aby bylo posouzeno, jaký bude mít tato novostavba hlukový dopad z kostelních zvonů dopad na své okolí. Na základě specializace, bylo v...

  18. gigapanorama of NA 62 cavern

    CERN Multimedia

    Brice, Maximilien

    2015-01-01

    The image shows the new rare Kaon decay experiment at CERN, called NA62. The NA62 experiment is 270 metres long and includes a 120-metre-long vacuum tank, shown here, housing several of the particle detectors. (Note: the experiment axis is a straight line, the curving of the tank is an optical effect of the photo.) Kaons are particles that decay into lighter elementary particles. The kaon decay processes are mostly well known, except for some very rare decay modes. For example, NA62 is investigating a rare decay predicted by the Standard Model in which a kaon decays into one pion and two neutrinos. This process occurs only once every 10 billion decays. The understanding of such ultra-rare decays are of great importance because they test the Standard Model in energy ranges not accessible by direct measurements. They are therefore complementary to the measurements at the LHC. ultra high definition on demand (photolab@cern.ch).

  19. OGLAŠEVANJE NA FACEBOOKU

    OpenAIRE

    Renko, Katica

    2013-01-01

    V magistrskem delu smo se seznanili z oglaševanjem na Facebooku. S pregledom gradiva, ki nam je ponujeno, smo preverili pogoje, načine, oblike … oglaševanja, ki pa smo jih s pregledom situacije v praksi preverili in dopolnili. Ob zaključku dela lahko rečemo, da je oglaševanje preko FB enostavnejše, cenejše, dostopnejše, omogoča nam ažurnost in samo komunikacijo z naslovniki, ki so potencialni kupci naših ponudb. Množični mediji nam omogočajo mnogotero obliko oglaševanja. Izbrana oblika ponuja...

  20. Processo de participação coletiva na internet: uma ética para o ciberespaço = The process of collective participation on the internet: ethics to the cyberspace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Parode, Fábio Pezzi

    2015-01-01

    Full Text Available Este ensaio tem como objetivo problematizar o papel da internet como agente de difusão de informação, ferramenta produtora de conhecimento e cultura. Os processos participativos em rede, as comunidades virtuais, colocam em evidência as tensões entre um antigo modelo calcado em estruturas de poderes centralizados, e a emergência de uma ordem dispersiva e fragmentária na dinâmica social. É nesse contexto que surgem as polêmicas em torno do Marco Civil da Internet, nosso objeto de estudo. A instauração do Marco Civil, deu lugar à concepção e busca de regulação da internet como patrimônio coletivo. Nosso objetivo é analisar o Marco Civil, no quadro das politicas de promoção do acesso à internet, através de um diálogo entre comunicação, ética e filosofia, questionando seus princípios fundamentais quanto ao pluralismo e a diversidade cultural, a fim de produzir uma reflexão fundamentada sobre os eixos reguladores deste projeto de Lei

  1. A voz de Deus e as mãos de Bispo. Arte e loucura na escrita pictórica de Arthur Bispo do Rosário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Birman

    Full Text Available A intenção deste ensaio é a de problematizar o percurso existencial, social, psiquiátrico e artístico do artista-louco Arthur Bispo do Rosário, numa perspectiva de interpretação que conjuga ao mesmo tempo o discurso teórico da psicanálise (Freud e Lacan, o discurso da arqueologia da filosofia de Foucault, e a leitura do conceito de procedimento para a escrita da psicose realizada pelo discurso filosófico de Deleuze. Desta maneira, a condição de precariedade social (desolação e de vulnerabilidade psíquica (desamparo de Bispo são destacados para enfatizar a construção das práticas técnicas que realizou na construção do seu percurso pictórico, e que serviu de modelo de composição para a produção artística brasileira contemporânea oriunda da periferia das grandes cidades brasileiras.

  2. A consciência originária do infinito e sua manifestação na história segundo Schleiermacher / The originary consciousness of the infinite and its manifestation in history according to Schleiermacher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davison Oliveira

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar, em linhas gerais, a filosofia da religião do teólogo Friedrich D. E., desenvolvida em seu escrito de juventude intitulado Über die Religion. Pretende-se expor o caráter polêmico e apologético desta obra, que se sobressai na discussão filosófico-teológica com as principais correntes predominantes dos fins do século XVIII. Em seguida, intenta-se reconstruir a perspectiva metodológica exposta neste escrito, assim como sua compreensão de revelação e religião positiva.AbstractThe aim of this paper is to present an overview of Friedrich D. E. Schleiermacher's philosophy of religion as developed in his early book, Über die Religion. We intend to expose the polemic and apologetic method of this book, which stands out in his debate with the philosophical and theological mainstreams of the late eighteenth century. In addition, we seek to reconstruct the methodological approach exposed therein, as well as Schleiermacher's understanding of revelation and positive religion.

  3. O empreendedorismo e a responsabilidade social corporativa: uma análise dos egressos do curso de administração da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru - FAFICA

    OpenAIRE

    Andrade, Robertson Carlos de

    2012-01-01

    Esta pesquisa tem a intenção de apresentar a análise dos egressos do curso de Administração nas práticas do empreendedorismo e da responsabilidade social corporativa, como uma ferramenta para a manutenção de um empreendimento. Neste contexto optou-se pela realização de uma pesquisa com métodos qualitativos para descrever e explicar fenômenos. Com isto demonstram que a prática do empreendedorismo e da responsabilidade social corporativa é uma ferramenta para o mercado, construída na experiênci...

  4. Aversão à teoria e indigência da prática: crítica a partir da filosofia de Adorno Aversion to theory and poverty of practice: criticism based on Adorno's philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Loureiro

    2007-08-01

    Full Text Available Na educação, o pragmatismo tornou-se capilar e infiltra desde a formação docente até as definições do que e como ensinar. Buscamos evidenciar as contribuições de Adorno para o confronto dessa perspectiva filosófica. A vitalidade de suas análises está em se dirigir ao núcleo característico da tradição pragmática. Para ele, na sociedade administrada, a formação cultural se converte em semiformação. O espírito pragmático instaura a racionalidade do sempre-igual na relação sujeito e objeto, teoria e prática e alimenta o fenômeno da aversão à teoria. Configuram-se assim facetas da miséria da formação cultural contemporânea: a atrofia do pensar autônomo e a indigência da prática. Porém, o filósofo vê a possibilidade de um pensamento de resistência, que não abre mão de seu referente objetivo e da validade objetiva da verdade, opondo-se à ruína da razão. A experiência reflexiva criadora e criativa no/sobre o trabalho educativo não pode se desviar desse pensamento não eficaz.In education, pragmatism has become widely spread and it pervades everything from teacher training to the definitions of what and how to teach. We seek to highlight Adorno's contributions to face this philosophical trend. The vitality of his analyses rests in the fact he addresses the core of the pragmatic tradition. He denounced how, in the administered society, the cultural formation has become semi-formation. The pragmatic spirit establishes the same" rationality in the relationship between subject and object, theory and practice, and feeds the phenomenon of aversion to theory, characterised by the atrophy of the autonomous thinking and the poverty of practice. However Adorno sees the possibility of a resistance thinking that does not renounce to the objective referent and objective value of truth but is opposed to the collapse of reason. The reflexive experience in / on the educational work cannot depart from this thinking.

  5. Identidade e Fronteiras do espiritismo na obra de Allan Kardec (Identity and Boundaries of Spiritism in the Allan Kardec’s works - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n16p117

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Augusto César Dias de Araujo

    2010-09-01

    Full Text Available Este artigo é uma reflexão sobre o processo de formação identitária do espiritismo a partir da análise de seu discurso fundador presente na obra de Allan Kardec (1804-1869. Para cumprir este objetivo, trabalhar-se-á com a hipótese de que tal processo acontece a partir de uma peculiar interação do espiritismo com três instâncias de conhecimento: a ciência, a filosofia e a religião. Através da análise do exemplo específico de como o espiritismo interpreta elementos da tradição cristã-católica, dando-lhes um significado renovado, pretende-se demonstrar que neste jogo, o conceito de espiritismo se configura como um conceito híbrido, de caráter polissêmico, o qual aponta para o fato de que a nova doutrina e o movimento articulado em seu entorno nascem sob o signo da mediação. Tais reflexões indicariam que, ao fazerem referência à obra de Kardec como núcleo imaginário de identificação doutrinária, grupos das diversas tendências dentro do espiritismo contemporâneo podem encontrar relativas zonas de conforto para seu progressivo desenvolvimento. Palavras-chave: Espiritismo; Ciência; Filosofia; Religião; Fronteiras. Abstract This paper is a reflection about the identity formation process of spiritism from analysis of its founding speech present in Allan Kardec's work (1804-1869. To fulfill this aim, one will work with the hypothesis of that such process happens from a peculiar interaction of the spiritism with three instances of knowledge: the science, the philosophy and the religion. Through the analysis of the specific example of as the spiritism interprets elements of the Christian-catholic tradition, giving to them one renewed meaning, is intended to demonstrate that in this game, the spiritism concept if configures as a hybrid concept, of polissemic character, which points with respect to the fact of that the new doctrine and the movement articulated in its around are born under the sign of the mediation. Such

  6. A articulação do senso crítico na Formação Docente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro cordeiro de Sousa

    2015-02-01

    Full Text Available O papel de educar é de grande importância na contemporaneidade, haja vista que o ser humano precisa colocar em prática diversas formas de saber. O docente é a ponte de conhecimento e aprendizagem para o educando e por isso necessita de formação continuada, visando sempre o bem comum em uma unidade de ensino. Quando se fala do professor como mestre da reflexão em seu papel de despertador do senso crítico diante da realidade, fala-se também da urgente necessidade de que esse venha a assumir uma postura questionadora. Metodologicamente esse artigo é resultado de uma pesquisa bibliográfica e tem como objetivo geral incentivar a articulação crítica dos docentes da educação básica.  Ao referir-se sobre a formação do individuo, surge o chamado a refletir sobre o modo como se pode fomentar a postura do professor, para que seja transformado em formador de consciência. A presente pesquisa visa realizar uma chamada de atenção sobre a necessidade de tematização da pessoa do professor como agente de mudança e orientação social. A acentuada chamada de atenção filosófica reforça o convite ao despertar deste espírito crítico e reflexivo, com o qual a filosofia pode favorecer ao magistério em nossa sociedade de constantes mudanças e avanços imediatos. Os docentes não devem apenas levar o aluno a decorar formulas e definições, mas ensiná-los a refletir sobre o que aprendem. E é exatamente aqui que nos deparamos na questão da formação do professor. Assim, concluímos que a formação dos professores é essencial para a verdadeira mudança da pessoa e da dinâmica social. 

  7. NA60 frees the quarks

    CERN Multimedia

    2003-01-01

    Fitted with new state-of-the-art silicon detectors, NA60 is prepared to study the phase transition from confined hadronic matter to a deconfined (free) quark-gluon plasma, a state of matter which probably existed an instant after the Big Bang.

  8. Hodler et Iéna

    OpenAIRE

    2017-01-01

    Suites de la protestation contre le bombardement de la cathédrale de Reims. Le recteur de l'Université de Jena propose d'enlever le tableau monumental de Hodler "Départ des étudiants d'Iéna pour la guerre de libération contre Napoléon en 1813".

  9. NA62: Hidden Sector Physics

    CERN Document Server

    Cesarotti, Carissa Joyce

    2016-01-01

    Modern experimental physics is often probing for new physics by either finding deviations from predictions on extremely precise measurements, or by looking for a new signal that cannot be explained with existing models. The NA62 experiment at CERN does the former by measuring the ultra-rare decay $K^+ \\rightarrow \\pi^+ \

  10. The system NaVO3-Na2WO4-Na2W2O7

    International Nuclear Information System (INIS)

    Kazanbekov, V.R.; Gasanaliev, A.M.; Kazanbekov, R.G.

    1994-01-01

    Phase diagrams of sodium metavanadate-sodium ditungstate, sodium metavanadate-sodium tungstate systems and surface of primary crystallization of sodium metavabadate-sodium tungstate-sodium ditungstate system were studied. The system sodium metavanadate-sodium ditungstate is eutectic one. Compound NaVO 3 x2Na 2 WO 4 is formed in solid state in sodium metavanadate-sodium tungstate system. Liquidus surface of sodium metavanadate-sodium tungstate-sodium ditungstate is presented by three crystallization fields of initial components. Composition and melting point of ternary eutectics are determined

  11. Europlanet NA2 Science Networking

    Science.gov (United States)

    Harri, Ari-Matti; Szego, Karoly; Genzer, Maria; Schmidt, Walter; Krupp, Norbert; Lammer, Helmut; Kallio, Esa; Haukka, Harri

    2013-04-01

    Europlanet RI / NA2 Science Networking [1] focused on determining the major goals of current and future European planetary science, relating them to the Research Infrastructure that the Europlanet RI project [2] developed, and placing them in a more global context. NA2 also enhanced the ability of European planetary scientists to participate on the global scene with their own agenda-setting projects and ideas. The Networking Activity NA2 included five working groups, aimed at identifying key science issues and producing reference books on major science themes that will bridge the gap between the results of present and past missions and the scientific preparation of the future ones. Within the Europlanet RI project (2009-2012) the NA2 and NA2-WGs organized thematic workshops, an expert exchange program and training groups to improve the scientific impact of this Infrastructure. The principal tasks addressed by NA2 were: • Science activities in support to the optimal use of data from past and present space missions, involving the broad planetary science community beyond the "space club" • Science activities in support to the preparation of future planetary missions: Earth-based preparatory observations, laboratory studies, R&D on advanced instrumentation and exploration technologies for the future, theory and modeling etc. • Develop scientific activities, joint publications, dedicated meetings, tools and services, education activities, engaging the public and industries • Update science themes and addressing the two main scientific objectives • Prepare and support workshops of the International Space Science Institute (ISSI) in Bern and • Support Trans National Activities (TNAs), Joined Research Activities (JRAs) and the Integrated and Distributed Information Service (IDIS) of the Europlanet project These tasks were achieved by WG workshops organized by the NA2 working groups, by ISSI workshops and by an Expert Exchange Program. There were 17 official WG

  12. Na+-stimulated ATPase of alkaliphilic halotolerant cyanobacterium Aphanothece halophytica translocates Na+ into proteoliposomes via Na+ uniport mechanism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soontharapirakkul Kanteera

    2010-08-01

    Full Text Available Abstract Background When cells are exposed to high salinity conditions, they develop a mechanism to extrude excess Na+ from cells to maintain the cytoplasmic Na+ concentration. Until now, the ATPase involved in Na+ transport in cyanobacteria has not been characterized. Here, the characterization of ATPase and its role in Na+ transport of alkaliphilic halotolerant Aphanothece halophytica were investigated to understand the survival mechanism of A. halophytica under high salinity conditions. Results The purified enzyme catalyzed the hydrolysis of ATP in the presence of Na+ but not K+, Li+ and Ca2+. The apparent Km values for Na+ and ATP were 2.0 and 1.2 mM, respectively. The enzyme is likely the F1F0-ATPase based on the usual subunit pattern and the protection against N,N'-dicyclohexylcarbodiimide inhibition of ATPase activity by Na+ in a pH-dependent manner. Proteoliposomes reconstituted with the purified enzyme could take up Na+ upon the addition of ATP. The apparent Km values for this uptake were 3.3 and 0.5 mM for Na+ and ATP, respectively. The mechanism of Na+ transport mediated by Na+-stimulated ATPase in A. halophytica was revealed. Using acridine orange as a probe, alkalization of the lumen of proteoliposomes reconstituted with Na+-stimulated ATPase was observed upon the addition of ATP with Na+ but not with K+, Li+ and Ca2+. The Na+- and ATP-dependent alkalization of the proteoliposome lumen was stimulated by carbonyl cyanide m - chlorophenylhydrazone (CCCP but was inhibited by a permeant anion nitrate. The proteoliposomes showed both ATPase activity and ATP-dependent Na+ uptake activity. The uptake of Na+ was enhanced by CCCP and nitrate. On the other hand, both CCCP and nitrate were shown to dissipate the preformed electric potential generated by Na+-stimulated ATPase of the proteoliposomes. Conclusion The data demonstrate that Na+-stimulated ATPase from A. halophytica, a likely member of F-type ATPase, functions as an electrogenic Na

  13. Photodesorption of Na atoms from rough Na surfaces

    DEFF Research Database (Denmark)

    Balzer, Frank; Gerlach, R.; Manson, J.R.

    1997-01-01

    We investigate the desorption of Na atoms from large Na clusters deposited on dielectric surfaces. High-resolution translational energy distributions of the desorbing atoms are determined by three independent methods, two-photon laser-induced fluorescence, as well as single-photon and resonance......-enhanced two-photon ionization techniques. Upon variation of surface temperature and for different substrates (mica vs lithium fluoride) clear non-Maxwellian time-of-flight distributions are observed with a cos θ angular dependence and most probable kinetic energies below that expected of atoms desorbing from...... atoms are scattered by surface vibrations. Recent experiments providing time constants for the decay of the optical excitations in the clusters support this model. The excellent agreement between experiment and theory indicates the importance of both absorption of the laser photons via direct excitation...

  14. Photodesorption of Na atoms from rough Na surfaces

    DEFF Research Database (Denmark)

    Balzer, Frank; Gerlach, R.; Manson, J.R.

    1997-01-01

    atoms are scattered by surface vibrations. Recent experiments providing time constants for the decay of the optical excitations in the clusters support this model. The excellent agreement between experiment and theory indicates the importance of both absorption of the laser photons via direct excitation......We investigate the desorption of Na atoms from large Na clusters deposited on dielectric surfaces. High-resolution translational energy distributions of the desorbing atoms are determined by three independent methods, two-photon laser-induced fluorescence, as well as single-photon and resonance......-enhanced two-photon ionization techniques. Upon variation of surface temperature and for different substrates (mica vs lithium fluoride) clear non-Maxwellian time-of-flight distributions are observed with a cos θ angular dependence and most probable kinetic energies below that expected of atoms desorbing from...

  15. Las bases biopsicológicas de la imputabilidad en la conducta impulsiva The biopsychological bases of criminal responsibility in impulsive behaviour

    OpenAIRE

    A. Villarejo Ramos

    2012-01-01

    Un repaso bibliográfico sobre la impulsividad nos muestra diferentes concepciones de esta conducta en la que pueden intervenir distintas dimensiones. Vemos como la impulsividad puede ser definida como respuesta a estímulos con carga afectiva y con prevalencia de factores motóricos en ausencia de deliberación. Pero también encontramos que en las conductas impulsivas intervienen elementos cognitivos de deliberación y temperamentales-emocionales como el de "búsqueda de sensaciones" descrito por ...

  16. Obiteljska i bračna psihoterapija

    OpenAIRE

    Štalekar, Vlasta

    2010-01-01

    U radu je ukratko prikazana povijest obiteljske terapije na temelju koje se prati razvoj novih koncepata i terapijskih modela. Prikazana je podjela obiteljskih i bračnih terapija na brojne pravce, a navedene u ovom radu su sistemska, dinamska, strukturalna, strateška, transgeneracijska, iskustvena (prvenstveno je didaktičkog karaktera jer se u praksi ovi modeli uvelike preklapaju i nadopunjuju). Svaki terapijski model na jedinstven način tumači disfunkcije obiteljskog sustava t...

  17. Novel aspects of Na+,K+-ATPase

    OpenAIRE

    Aizman, Oleg

    2002-01-01

    Na,K-ATPase, an integral membrane protein expressed in each eukaryotic cell, serves as the major determinant of intracellular ion composition. In the current study we investigated novel aspects of Na,K-ATPase function and regulation. It is well established that Na,K-ATPase activity is regulated by reversible phosphorylation. New findings in this study are: 1) the level of intracellular Ca 2. concentration determines the functional effects of PKA and PKC-mediated Na,K-ATP...

  18. Carne suína

    OpenAIRE

    Ortigara, Claudino

    2000-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. A carne suína é a fonte de proteína animal mais consumida no mundo. No entanto, em muitos países e em especial no Brasil o consumo per capita é muito baixo. Como conseqüência disso, limita-se o crescimento do segmento produtivo e uma série de benefícios socioeconômicos que são gerados pela atividade suinocultura.Com esse trabalho, buscamos uma explicação para entender a resistência da população ao consum...

  19. Economia na consulta de Endodontia

    OpenAIRE

    Pinto, Diogo Filipe Cardoso

    2016-01-01

    Introdução: Em Portugal a realidade actual, clínica e financeira do exercício da Medicina Dentária é bem distinta da do final do séc. XX devido à pletora de Médicos Dentistas e à baixa de honorários por acto Médico registada nos últimos anos. Objectivos: Este trabalho teve como objectivo perceber um pouco sobre os detalhes a ter em consideração aquando da abertura de uma clínica centrada na realização de tratamentos na área da Endodontia, e como publicitá-la de forma legal e apelativa. Pre...

  20. A Umbanda Portuguesa na Internet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ismael Pordeus Júnior

    2004-01-01

    Full Text Available A partir de considerações sobre o processo de transculturação da Umbanda de Omolocô vou a propósito do grupo religioso do Terreiro de Umbanda Ogum Megê em Lisboa - Portugal discutir a textualização da memória. Como outras religiões que visam hoje o universal a Umbanda utiliza novas tecnologias disponíveis na Internet. Esse novo meio de comunicação favorece o processo de transculturação religiosa. Utilizando uma abordagem antropológica procuro realizar um estudo dos sites da Umbanda portuguesa na Internet, propondo uma visão ampla da utilização de novas tecnologias utilizadas para difusão da religião. Opto pelo estudo de caso, pois penso que permite uma melhor abordagem desse campo tecnológico.

  1. Otto Richard Gottlieb na UFRRJ

    OpenAIRE

    Raimundo Braz Filho; Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro; Mário Geraldo de Carvalho; Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

    2011-01-01

    Informações importantes da trajetória científica e produtiva do Prof. Otto Richard Gottlieb e sobre seu legado são revelados por dois de seus ex-alunos. Revelam sua perseverança na criação de grupos comprometidos com pesquisas em produtos naturais no Brasil. Inicialmente na Universidade de Brasília (UnB) e, em consequência de pressões políticas da década de sessenta, seu grupo deslocou-se para outras instituições recebendo apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), do Centro de Pes...

  2. Lágrimas na chuva: reflexão epistemológica sobre desumanização e desperdício da tecnologia educacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe de Menezes Jesuino Jesuino

    2014-04-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2014v48n1p4 Este ensaio apresenta um trabalho de pesquisa que focaliza a descrição, o estabelecimento e a compreensão das relações entre o filme Blade Runner, dirigido Ridley Scott e lançado em 1982, e a circunscrição epistemológica da técnica educacional com base na filosofia da ciência de Bachelard e de uma aproximação teórica do problema da tecnologia no âmbito da educação de acordo com autores como Martin Heidegger, Álvaro Vieira Pinto e Pedro Demo. A investigação seguiu o método bachelardiano de partir do objeto poético para a crítica fundamentada no espírito científico. Assim, dois aspectos principais foram abordados: (i articular o problema da tecnologia e as atividades relacionadas de forma poética, (ii a concepção de uma reflexão critica sobre o devir psíquico e a evolução tecnológica.  As análises permitiram identificar a importância de uma vigilância epistemológica da técnica educacional que pode preservar seu valor cientificamente confiável.

  3. Do Génio ao jogo. O papel da Técnica na Transformação dos Valores Estéticos em Walter Benjamin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélio Rodrigues Conceição

    Full Text Available Resumo: Analisando o papel desempenhado pela questão da técnica no pensamento de Walter Benjamin, o artigo debruça-se sobre a transformação dos valores estéticos, na modernidade. As técnicas de reprodução/registo inventadas nos séculos XIX e XX, como a fotografia e o cinema, obrigaram a uma revisão das articulações entre arte, técnica e história, articulações que Benjamin desenvolveu em diversos sentidos. Contudo, não encontramos, nos seus textos, uma filosofia da técnica de princípios claramente estabelecidos. Portanto, o presente artigo visa estabelecer uma constelação de temas, os quais, brotando dos seus textos, nos permitem clarificar como a técnica influencia a transformação e a criação de valores estéticos, sendo estes entendidos como eixos em torno dos quais se dão a produção e a crítica dos fenómenos estéticos. A fotografia, constituindo um momento de viragem incisivamente estudado pelo autor, é o fio condutor das diferentes leituras. Historicidade da percepção; dimensão política da arte; sua relação com a memória; elemento de jogo: são estes os quatro eixos em torno dos quais se procura clarificar e, sempre que possível, prolongar a proposta benjaminiana.

  4. Makosa Yanayofanywa na Wanafunzi Wanaojifunza Kiswahili kama ...

    African Journals Online (AJOL)

    Makala haya, yanashughulika na makosa ambayo hufanywa na wanafunzi wanaojifunza Kiswahili kama lugha ya pili katika shule za sekondari nchini Uganda. Mtafiti ameyaainisha makosa mbalimbali na kuyaeleza kiusahihi. Makala yanaeleza namna ambavyo makosa hayo hutokea. Yaani, kama ni makosa ...

  5. NA50 quark-gluon plasma experiment

    CERN Multimedia

    1997-01-01

    View of the NA50 detector, which studies quark-gluon plasma. The picture shows one of the six hodoscopes, made of 48 scintillator counters, used in the muon trigger of the NA50 spectrometer. The picture shows one of the six hodoscopes, made of 48 scintillator counters, used in the muon trigger of the NA50 spectrometer

  6. Pseudo-ternary phase diagram in the Na2O-Na2O2-NaOH system

    International Nuclear Information System (INIS)

    Saito, Jun-ichi; Tendo, Masayuki; Aoto, Kazumi

    1997-10-01

    Generally, the phase diagrams are always used to understand the present state of compounds at certain temperature. In order to understand the corrosion behavior of structural material for FBR by main sodium compounds (Na 2 O, Na 2 O 2 and NaOH), it is very important to comprehend the phase diagrams of their compounds. However, only Na 2 O-NaOH pseudo-binary phase diagram had been investigated previously in this system. There is no study of other pseudo-binary or ternary phase diagrams in the Na 2 O-Na 2 O 2 -NaOH system. In this study, in order to clarify the present states of their compounds at certain temperatures, the pseudo-binary and ternary phase diagrams in the Na 2 O-Na 2 O 2 -NaOH system were prepared. A series of thermal analyses with binary and ternary component system has been carried out using the differential scanning calorimetry (DSC). The liquidus temperature and ternary eutectic temperatures were confirmed by these measurements. The beneficial indications for constructing phase diagrams were obtained from these experiments. On the basis of these results, the interaction parameters between compounds which were utilized for the Thermo-Calc calculation were optimized. Thermo-Calc is one of thermodynamic calculation software. Consequently the accurate pseudo-binary and ternary phase diagrams were indicated using the optimized parameters. (author)

  7. Homocisteína Homocysteine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lindalva Batista Neves

    2004-10-01

    Full Text Available A homocisteína, formada a partir da metionina hepática, é metabolizada nas vias de desmetilação e de transulfuração, sendo que seus valores plasmáticos e urinários refletem a síntese celular. Sua determinação, realizada em jejum e após sobrecarga de metionina, caracteriza as diferenças dessas vias metabólicas, principalmente quando de natureza genética. A hiper-homocisteinemia tem sido associada a maior risco de eventos aterotrombóticos, e a literatura sugere associação causal, independente de outros fatores de risco para doença arterial. Diminuição da homocisteína plasmática para valores normais é seguida de redução significante na incidência de doença aterotrombótica. A relação entre homocisteína e o fígado vem adquirindo importância nos dias atuais, uma vez que alterações das lipoproteínas e da depuração de metionina são comuns em pacientes com doença hepática crônica (hepatocelular e canalicular. O tratamento da hiper-homocisteinemia fundamenta-se na suplementação alimentar e medicamentosa de ácido fólico e vitaminas B6 e B12.Homocysteine, formed from hepatic methionine, is metabolized through the pathways of demethylation and transsulfuration. Its plasmatic and urinary values reflect the cell synthesis. Its determination after fasting and increased infusion of methionine shows the differences of these two metabolic pathways, mainly when it is related to genetic diseases. Hyperhomocysteinemia has been associated with a higher risk of vascular thrombotic events. Several authors suggest a causal relationship between these events independently of other risk factors for vascular diseases. Decrease in plasmatic homocysteine to normal levels is followed by a significant reduction on the incidence of vascular thrombotic events. The correlation between the liver and homocysteine is becoming more important because of the recent findings that alterations of lipoproteins and methionine clearance are

  8. Myocardial Na,K-ATPase: Clinical aspects

    OpenAIRE

    Kjeldsen, Keld

    2003-01-01

    The specific binding of digitalis glycosides to Na,K-ATPase is used as a tool for Na,K-ATPase quantification with high accuracy and precision. In myocardial biopsies from patients with heart failure, total Na,K-ATPase concentration is decreased by around 40%; a correlation exists between a decrease in heart function and a decrease in Na,K-ATPase concentration. During digitalization, around 30% of remaining pumps are occupied by digoxin. Myocardial Na,K-ATPase is also influenced by other drugs...

  9. Representação do conhecimento na perspectiva da ciência da informação em tempo e espaço digitais 10.5007/1518-2924.2003v8n15p18

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lídia Alvarenga

    2003-01-01

    Full Text Available Abordando algumas interfaces do fenômeno da cognição com a ciência da informação, este ensaio tem por objetivo refletir sobre alguns componentes do processo de representação de conhecimentos, no contexto atual balizado pelo surgimento e desenvolvimento dos arquivos e bibliotecas digitais. Como um esquema básico, contendo idéias introdutórias a serem posteriormente trabalhadas, destina-se especialmente a pesquisadores e estudantes de cursos oferecidos no âmbito disciplinar da ciência da informação. O texto se inicia com uma introdução que ressalta os processos de representação, passíveis de ocorrer em momentos distintos: na produção dos registros de conhecimento, na organização dos sistemas de informações documentais e no acesso às informações pelos usuários. São também incluídas neste texto discussões preliminares sobre as relações da representação com a ontologia e a epistemologia, campos tradicionais da filosofia. Seguem se outros tópicos relacionados ao tema, cujos títulos denotam seus conteúdos específicos: cognição e transdisciplinaridade; conceito como produto da representação primária e insumo para a representação secundária; novos espaços e métodos peculiares de representação do conhecimento.

  10. Serviço Social na Universidade Estadual de Ponta Grossa: 35 anos de existência (Social Service at the Universidade Estadual de Ponta Grossa: 35 years of existence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edite Jendreiek Franke

    2009-01-01

    Full Text Available Resumo: Este artigo, escrito no momento em que o curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Ponta Grossa completa 35 anos de existência, registra aspectos significativos desse percurso, grande parte deles vivenciada pelas autoras e outros protagonistas que estiveram presentes no enfrentamento de importantes desafios e, consequentemente, participaram ativamente no processo de constituição da identidade do curso. No tratamento da sua história, o texto enfatiza os momentos iniciais e da atualidade, conferindo destaque às primeiras ações do curso na comunidade/sociedade local e regional e aos projetos de pesquisa e de extensão hoje desenvolvidos. Destaca a contribuição do Serviço Social na UEPG em projetos de pós-graduação lato e stricto sensu e também a filosofia de enfrentamento dos limites como desafios que orienta o curso desde o processo de criação. Abstract: This article, which is written while the Social Service course of the Universidade Estadual de Ponta Grossa achieves 35 years of existence, chronicles significant aspects of this journey. Most of these aspects were experienced by the authors and other protagonists who confronted important challenges and thus participated actively in the process of establishing the identity of the course. While dealing with the history of the course the text emphasizes its initial and present moments, highlighting its first actions in the local and regional societies, and the research and extension projects being developed today. It also highlights the contribution of the Social Service at the UEPG in graduate and post-graduate projects, as well as the philosophy of facing the limits as challenges, which guides the course since its creation.

  11. Istraživanje uticaja nekih parametara na osetljivost eksplozivnih materija na toplotni impuls

    OpenAIRE

    Jeremić Radun

    2002-01-01

    Ispitivana je osetljivost nekoliko vrsta eksplozivnih materija na toplotni impuls merenjem vremena zadrške u zavisnosti od temperature. Na osnovu eksperimentalnih rezultata određene su vrednosti energije aktivacije i predeksponencijalni faktori u jednačini Semjonova. Istraživan je i uticaj mase ispitivanog uzorka, granulacije i veličine kristala eksploziva na osetljivost na toplotni impuls. Pokazano je da ovi parametri imaju značajan uticaj na osetljivost eksplozivnih materija, pa je neophodn...

  12. Silicene for Na-ion battery applications

    KAUST Repository

    Zhu, Jiajie

    2016-08-19

    Na-ion batteries are promising candidates to replace Li-ion batteries in large scale applications because of the advantages in natural abundance and cost of Na. Silicene has potential as the anode in Li-ion batteries but so far has not received attention with respect to Na-ion batteries. In this context, freestanding silicene, a graphene-silicene-graphene heterostructure, and a graphene-silicene superlattice are investigated for possible application in Na-ion batteries, using first-principles calculations. The calculated Na capacities of 954mAh/g for freestanding silicene and 730mAh/g for the graphenesilicene superlattice (10% biaxial tensile strain) are highly competitive and potentials of >0.3 V against the Na/Na potential exceed the corresponding value of graphite. In addition, the diffusion barriers are predicted to be <0.3 eV.

  13. Hali ya taaluma ya ukalimani Tanzania: jana, leo na kesho ...

    African Journals Online (AJOL)

    Umuhimu wa ukalimani katika mawasiliano umeongezeka kutokana na utandawazi. Utandawazi umerahisisha kukutanika na kuwasiliana kwa watu wazungumzao lugha tofauti kupitia wakalimani. Kutokana na ongezeko hilo la umuhimu wa ukalimani, kumekuwa na jitihada mbalimbali katika nchi mbalimbali kuhakikisha ...

  14. Docência na universidade: professores inovadores na USP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chamlian Helena Coharik

    2003-01-01

    Full Text Available O artigo trata de pesquisa realizada com um grupo de professores inovadores da Universidade de São Paulo tendo como objetivo procurar subsídios para a formação do professor universitário. Esses docentes foram entrevistados, solicitando que detalhassem melhor suas experiências inovadoras; explicassem as razões pelas quais haviam introduzido modificações em sua forma de trabalho; explicitassem as relações entre sua atividade de docência e de pesquisa, expressassem o papel que atribuíam ao ensino na universidade, bem como a forma pela qual sua trajetória acadêmica havia se cumprido até então. A diversidade de experiências relatadas e, ao mesmo tempo, a convergência de visões a respeito de suas funções de ensino e de pesquisa na universidade permitem-nos afirmar que, mais do que uma formação pedagógica específica, a sensibilização para as dificuldades do ensino e a valorização institucional dessa atividade consistiriam em grande avanço para a formação do professor.

  15. Piaget e o programa de filosofia para crianças e jovens: uma aproximação crítica entre o método especulativo e a técnica genérica piagentiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Bechi

    2015-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por propósito fazer uma análise crítica entre os principais argumentos que compõe a epistemologia genética de Piaget e a teoria lipminiana de educação. Partindo do estudo dessas duas teorias, o texto apresenta as divergências teóricas e os conceitos e argumentos que possibilitam a aproximação entre os dois pesquisadores. No primeiro momento, são enfatizadas as mudanças de concepções ocorridas em Piaget, destacando seu antigo desejo em entender os grandes sistemas filosóficos e sua posterior crítica ao método especulativo. Após essa explanação, busca-se entender como o conhecimento é alcançado e estruturado pela mente humana. Juntamente com as atribuições ligadas à interação sujeito-objeto, é possível compreender o que Piaget entende por sujeito epistêmico ou epistemologia. Para finalizar, são apresentadas algumas informações referentes ao Programa Filosofia com crianças e jovens, destacando a importância do diálogo e da reflexão filosófica no desenvolvimento das habilidades cognitivas. Em meio às últimas colocações, as ideias de Lipman e Piaget são confrontadas, dando origem a dois pontos em comum: o primeiro abrange o conceito interação e o segundo compreende os conceitos de escola ativa e aluno ativo.

  16. Viola Caipira na Universidade: Uma representação schopenhaueriana ou a possibilidade de uma análise sócio-política e estética no universo caipira?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidnei de Oliveira

    2017-12-01

    Full Text Available om o ingresso da Viola Caipira na universidade, a possibilidade de um diálogo com a academia pode ser recebida como um período de análises produtivas neste universo. Entretanto, se o diálogo for conduzido apenas pelo viés acadêmico, esquecendo a essência e a história que este instrumento possui na cultura caipira, tal caminho corre um risco antagônico, isto é, a desconstrução da cultura e a representação desta mesma cultura por um viés de publicações acadêmicas. Afirmar a Viola Caipira em seu atual momento como instrumento ainda imerso em seus primórdios, ou seja, no campo, na roça, na vida do caipira, em festejos populares, como se tais manifestações ainda tivessem o mesmo sentido sociológico e filosófico, é o primeiro passo para que sua história seja eternizada como uma simples ferramenta de trabalhos acadêmicos. Este artigo tem como objetivo realizar uma crítica sobre a posição tomada por aqueles que sustentam a ideia de uma cultura da Viola Caipira, do Caipira e do Violeiro ainda imergido na essência desta mesma cultura, a saber, sem o reflexo da cultura do mercado fonográfico como primeiro passo para a representação do que seria esta cultura. Para realizar esta crítica utilizarei alguns nomes, por exemplo: Arthur Schopenhauer e sua obra Über die Universitäts-Philosophie (Sobre a Filosofia Universitária, Friedrich Nietzsche e sua primeira obra publicada Die Geburt der Tragödie (O nascimento da tragédia, entre outros textos clássicos do filósofo Theodor Adorno e do historiador Mário de Andrade. As obras destes quatro nomes têm em comum, além da originalidade, temas relacionados à cultura e à arte, assim como à cultura de mercado, à essência, às críticas à academia, entre outros.

  17. A Umbanda Portuguesa na Internet

    OpenAIRE

    Ismael Pordeus Júnior

    2004-01-01

    A partir de considerações sobre o processo de transculturação da Umbanda de Omolocô vou a propósito do grupo religioso do Terreiro de Umbanda Ogum Megê em Lisboa - Portugal discutir a textualização da memória. Como outras religiões que visam hoje o universal a Umbanda utiliza novas tecnologias disponíveis na Internet. Esse novo meio de comunicação favorece o processo de transculturação religiosa. Utilizando uma abordagem antropológica procuro realizar um estudo dos sites da Umbanda portuguesa...

  18. Relationship between intracellular Na+ concentration and reduced Na+ affinity in Na+,K+-ATPase mutants causing neurological disease

    DEFF Research Database (Denmark)

    Toustrup-Jensen, Mads Schak; Einholm, Anja P.; Schack, Vivien

    2014-01-01

    The neurological disorders familial hemiplegic migraine type 2 (FHM2), alternating hemiplegia of childhood (AHC), and rapid-onset dystonia parkinsonism (RDP) are caused by mutations of Na+,K+-ATPase α2- and α3-isoforms, expressed in glial and neuronal cells, respectively. Although these disorders......, addressing the question to what extent they cause a change of the intracellular Na+ and K+ concentrations ([Na+]i and [K+]i) in COS cells. C-terminal extension mutants generally showed dramatically reduced Na+ affinity without disturbance of K+ binding, as did other RDP mutants. No phosphorylation from ATP...... was observed for the +28 mutation of α2, despite a high expression level. A significant rise of [Na+]i and reduction of [K+]i was detected in cells expressing mutants with reduced Na+ affinity, and did not require a concomitant reduction of the maximal catalytic turnover rate or expression level. Moreover, two...

  19. O ATLETISMO NA PERSPECTIVA EDUCACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Araujo de Sousa

    2017-06-01

    Full Text Available A educação física escolar deve proporcionar experiências aos alunos para o seu desenvolvimento integral. As aulas muitas vezes são reduzidas ao ensino de esportes tradicionais, o que limita o repertório de movimentos dos alunos. Dessa forma o presente estudo de revisão objetiva problematizar o atletismo no ambiente escolar e propor possibilidades pedagógicas para seu ensino. Nesta pesquisa propomos tratar o ensino do atletismo na escola, caracterizando-o pelo seu repertório de movimentos que são naturais ao ser humano, como correr, saltar e lançar, o que possibilita maior praticidade em sua aplicação pedagógica, porém essas possibilidades não são consideradas no ambiente educacional. Diante dos dados encontrados, sugerimos que esse esporte seja abordado de forma multidimensional no ambiente escolar contextualizando-o à visão de algumas correntes teóricas. Nessa perspectiva do esporte educacional, o atletismo pode, assim como deve ser trabalhado nas aulas de educação física como instrumento pedagógico de ensino e auxiliar na formação do aluno de forma global.

  20. Identidades Homossexuais na Territorialidade Tradicionalista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edipo Djavan dos Reis Göergen

    2015-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta o debate teórico que sustenta a pesquisa de mestrado desenvolvida pelo autor. Tendo por base suas vivências em contextos de tradicionalismo gaúcho, o autor deste trabalho tem percebido a grande quantidade de homossexuais, ou indivíduos que se auto-denominam não-heterossexuais, integrando as atividades artísticas do Movimento Tradicionalista Gaúcho, ou a territorialidade tradicionalista. Interessado em investigar tal fenômeno, o autor tem desenvolvido o projeto de pesquisa “Os Espaços Paradoxais de Relações Homoeróticas na Territorialidade Tradicionalista”, sob orientação do prof. Dr. Benhur Pinós da Costa, no Programa de Pós-Graduação em Geografia (UFSM. Para que essa pesquisa seja realizada, levam-se em conta as relações de gênero e de sexualidade que estão envolvidas no tema. Dessa forma, por ainda se tratarem de temáticas tidas como insignificantes na sociedade em geral e marginalizadas no campo científico, para que o presente trabalho fosse empreendido, buscou-se amparo teórico nas geografias feministas e queer, segmentos contemporâneos da ciência geográfica.