WorldWideScience

Sample records for imputabilidade na filosofia

  1. Analogia e imputabilidade na filosofia prática de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan A. Bonaccini

    2008-11-01

    Full Text Available São várias e bem conhecidas as passagens nas quais Kant usa o conceito de "analogia". No entanto, há nos escritos de Kant um uso tácito do conceito que parece ser essencial a toda consideração e avaliação das ações, mas que a literatura não considera. Sustento que somente podemos compreender e aplicar os princípios morais e jurídicos com base na analogia que fazemos entre nós e os outros indivíduos, entre nossas capacidades, deveres e direitos, e as capacidades, deveres e direitos que constatamos ou supomos existirem nos outros; entre o nosso e os diferentes estados políticos e ordenamentos jurídicos. Para tanto, na primeira parte do presente trabalho destaco algumas passagens nas quais Kant define ou aplica o conceito de analogia para esclarecer o seu uso tácito acima mencionado. Na segunda parte, aplico esse resultadoà consideração das ações do ponto de vista moral e mostro que a aplicação do imperativo categórico enquanto princípio de legislação interna implica um problema de imputação cuja solução consiste em admitir um certo tipo conhecimento analógico da humanidade e de suas ações que a teoria de Kant não pode permitir neste contexto. Na terceira parte, concentro minha análise na avaliação das ações do ponto de vista do Direito e descrevo seu princípio universal enquanto princípio racional de toda lei jurídica e fundamento de todos os deveres da legislação externa, a fim de mostrar como sua aplicação pressupõe não apenas o mesmo tipo de conhecimento analógico dos outros homens e de suas ações, como também permite imputar com segurança aquilo que não pode ser imputado do ponto de vista moral. No fim, apresento uma brevíssima consideração sobre a importância da analogia como um princípio eminentemente racional e norteador de toda avaliação de ações com base em princípios.It is well known that Kant applies the concept of "analogy" many times in many different contexts. The

  2. A aposta na filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Suzuki

    2011-12-01

    Full Text Available Para Hume, filosofar é uma atividade semelhante às demais ocupações humanas. A decisão que leva à atividade filosófica é menos resultado de uma argumentação teórica do que fruto de um cálculo prático, que é entendido como uma caça ou um jogo. O objetivo deste trabalho será o de mostrar que no jogo filosófico perde quem joga sério demais. A aposta na filosofia tem que passar pelo bom humor e pela diversão: uma resposta a Pascal?For Hume, philosophy is in itself neither more nor less important than other human activities. On the contrary, it can be explained from its resemblance with game and hunting. If one chooses to dedicate himself to philosophy, his decision is not the consequence of logical reasoning, but depends on practical evaluation, which has something to do with gambling. The following text tries to show that in philosophy, like in other games, the loser will be the one who plays too earnestly. The philosophical game requires good humour and some relaxation: Is this a good answer to Pascal's pari?

  3. Filosofia na universidade: traçar, inventar, criar.

    OpenAIRE

    2008-01-01

    Trata-se de pesquisa teórica, de caráter filosófico-educacional, que examina as possibilidades do ensino filosófico no curso superior. Para tanto considera as condições e limites históricos de um dos locais privilegiados em que esta prática se efetivaria: a universidade. Analisa alguns elementos do processo curricular subjacentes à opção pela inclusão da disciplina Filosofia na universidade. Verifica a identidade e o sentido desse ensino, suas limitações teóricas, históricas e metodológicas. ...

  4. Uma abordagem ao sentimento moral na filosofia kantiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Maria Fidalgo da Silva

    2014-11-01

    Full Text Available O principal objectivo do presente artigo é apresentar uma abordagem ao sentimento moral na filosofia kantiana.1 Embora Kant entenda que o ser humano não deva agir considerando o afecto Affekt e a paixão , tal não significa, como por vezes é considerado, que o autor defenda que a acção virtuosa não deva ser acompanhada por qualquer sentimento. Nesta linha, o artigo possui três etapas principais: 1 realçar o que Kant entende por afecto; 2 evidenciar a posição kantiana sobre a paixão; 3 investigar os sentimentos morais apresentados pelo autor, que surgem na “Introdução à doutrina da virtude”: 3.1 sentimento moral; 3.2 consciência moral ; 3.3 filantropia ; 3.4 respeito . Pretender-se-á apontar para o facto deles, em última análise, se resumirem a um único sentimento, o sentimento de respeito à lei.

  5. Imagens do outro na filosofia: o desafio da diferença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Gallo

    2012-06-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo problematizar a tematização do outro pela Filosofia. Dialogando com imagens do cinema e da televisão, procura identificar quais as imagens ou os conceitos do outro, produzidos na história da Filosofia. De forma esquemática, apresenta as imagens do outro como bárbaro (Aristóteles; exótico (Montaigne; civilizado (Voltaire; inferno (Sartre, para, ao final, ensaiar uma "não-imagem" do outro como diferença radical, proposta pela filosofia da diferença de Deleuze.

  6. A filosofia na formação do educador... Para quê?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone dos Santos

    2003-01-01

    Full Text Available O texto aborda a importância da Filosofia na formação de professores a partir de um referencial teórico crítico. Discute o conceito de Filosofia da Educação enquanto um campo do saber que leva à reflexão radical, rigorosa e de conjunto sobre o campo da Educação em consonância com o pensamento de Saviani (1973 e articula tais idéias com a teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia da Educação como campo de fundamental importância na formação de professores articulados com a possibilidade de emancipação pela educação. El artículo aborda la importancia de la filosofia en la formación de los profesores a partir de un referencial teórico crítico,. Discute el concepto de Filosofia de la Educación como un saber que conduce a la reflexión radical, rigurosa e de conjunto sobre el campo de la educación en consonancia com Saviani(1973 e articula tales ideas com la teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia de la Educación como campo de fundamental importancia en la formación de profesores articulados com la posibilidad de la emancipación por la educación.

  7. A filosofia na formação do enfermeiro: algumas considerações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa Collet

    1995-06-01

    Full Text Available O estudo objetiva promover uma reflexão sobre a importância da Filosofia para a formação do enfermeiro. Com este propósito, buscamos na literatura, questões que nos embasem sobre o tema, enfocando a importância dessa compreensão para a pesquisa científica em enfermagem.

  8. Pesquisas com os cotidianos: devir-filosofia e devir-arte na ciência

    OpenAIRE

    Soares,Maria da Conceição Silva

    2013-01-01

    Com este texto, proponho que a tendência em pesquisas que vêm se afirmando no Brasil como pesquisas nos/dos/com os cotidianos configura o atravessamento do devir-filosofia e do devir-arte na ciência da Educação. Com esse propósito, traço um caminho de pensamento que consiste em uma articulação entre ideias defendidas por Deleuze e Guattari sobre filosofia, ciência e arte e os pressupostos epistemológicos, teóricos e metodológicos defendidos por pesquisadores que se filiam a essa tendência. Po...

  9. Corpo e psicopatologia na filosofia de Merleau-Ponty

    OpenAIRE

    Marcelo Georgétti Vieira

    2010-01-01

    No presente estudo, nos propomos a estudar a noção de psicopatologia presente nas primeiras obras de Merleau-Ponty, A Estrutura do Comportamento, publicada em 1942, Fenomenologia da Percepção, publicada em 1945, e em parte do resumo de cursos realizados na Sorbonne, realizados entre 1948 e 1952. Por não se tratar de um tema diretamente abordado pelo filósofo, e sendo a doença compreendida como um comprometimento da vida, em um primeiro momento nos ocupamos de esboçar a noção de vida para este...

  10. O estatuto da economia política na filosofia prática de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norbert Waszek

    2017-02-01

    Full Text Available O presente texto apresenta o panorama da formação em Hegel do conceito de economia política dentro da evolução de seu pensamento. Para tanto são analisadas as suas obras publicadas em vida em relação com aquelas publicadas após a sua morte. Espera-se portanto, apresentar um panorama seguro do lugar e da importância da economia política na filosofia de Hegel.

  11. O conceito de gênio na filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erinaldo Sales

    2006-07-01

    Full Text Available Este ensaio trata da questão do gênio em alguns dos maiores filósofos alemães: Kant e Nietzsche, a a passagem de um para o outro, intermediada por Hegel e Schopenhauer. O enfoque será nas obras Crítica do juízo, Humano, demasiado humano, Aurora e os fragmentos de Nietzsche, além de O mundo como vontade e representação, de Schopenhauer e o Curso de Estética, de Hegel. Os Fragmentos do Ateneu, de F. Schlegel e outros, também serão utilizados na discursão da questão do gênio.

  12. Conceitos básicos para um gerenciamento de enfermagem baseado na filosofia da qualidade total

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nanci Itaomi Yamarchi

    1994-03-01

    Full Text Available O trabalho resulta de revisão bibliográfica e versa sobre as premissas básicas para que a implantação da "Gerência da Qualidade Total" na área hospitalar tenha maior chance de sucesso, apontando focos como papel de liderança, adequação no uso de indicadores e instrumentos, mudança cultural, melhoria contínua da qualidade por toda a empresa, satisfação do cliente, crescimento do ser humano na organização, educação e treinamento, utilização correta da estatística, custos e peculiaridades dos profissionais de saúde na adesão à filosofia como pontos chaves a serem compreendidos para enfrentar o desafio e vencê-lo

  13. Filosofia brasileira?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Imaculada Kangussu

    2012-09-01

    Full Text Available Como o tema proposto para nosso encontro deste ano foi “Brasil”, proponho discutirmos a possibilidade (e também seu contrário de pensarmos uma filosofia brasileira. Assim como existe um modo bastante próprio de abordar as questões filosóficas em alguns países, o que nos leva a conceber – através das diferenças evidentes – a existência de uma filosofia francesa, de uma filosofia alemã, inglesa, italiana, e, depois da globalização, de uma filosofia japonesa, árabe, e de outras nações cujas culturas são distintas da judaico-cristã; parece-me pertinente a questão: as singularidades de nosso pais podem produzir um pensamento original ao ponto de configurar um pensamento filosófico brasileiro? E ainda, encontramo-nos capazes, com nossa formação filosófica, de sermos intérpretes do Brasil?

  14. PRÁXIS, CONSCIÊNCIA E INDIVIDUALIDADE NA FILOSOFIA MARXISTA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ranieri Carli

    2009-03-01

    Full Text Available Este artigo estuda a relação entre as categorias basilares do desenvolvimento dapersonalidade do homem, segundo a concepção filosófica de Marx. Serão trazidas à baila: a funçãodo trabalho na especificidade do gênero humano, o processo de tomada de consciência do homemfrente à realidade circundante, a relação mútua entre sujeito e objeto no devir histórico e, por fim, arelação entre objetividade e alienação. As análises aqui feitas estarão respaldadas na leitura que ofilósofo húngaro Georg Lukács promove da filosofia de Marx.

  15. A estética do corpo na filosofia e na arte da Idade Média: texto e imagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Luiz Silveira da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available A ideia de beleza - e sua consequente fruição estética - variou conforme as transformações das sociedades humanas, no tempo. Durante a Idade Média, coexistiram diversas concepções de qual era o papel do corpo na hierarquia dos valores estéticos, tanto na Filosofia quanto na Arte. Nossa proposta é apresentar a estética do corpo medieval que alguns filósofos desenvolveram em seus tratados (particularmente Isidoro de Sevilha, Hildegarda de Bingen, João de Salisbury, Bernardo de Claraval e Tomás de Aquino, além de algumas representações corporais nas imagens medievais (iluminuras e esculturas, e assim analisar o tema em três vertentes: a o corpo como cárcere da alma, b o corpo como instrumento, e c o corpo como desregramento.

  16. O papel das inclinações na filosofia moral de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pavão, Aguinaldo

    2008-01-01

    Full Text Available A filosofia moral de Kant pode ser criticada com base na alegação de que ela, ao exigir uma austera disposição de ânimo para que se possa atender às obrigações morais, não deixa qualquer espaço para as inclinações. Certamente um dos focos dessa leitura se encontra na seção de fundamentação, em que Kant se refere ao ato caritativo de um filantropo insensível. Essa passagem parece apoiar a interpretação segundo a qual a moral em Kant requer a supressão das inclinações, para que a ação tenha valor moral. Daí, aparentemente, se justificar a famosa crítica de Schiller ao rigorismo de Kant. Postas assim as coisas, poder-se-ia dizer que Kant é, em parte, responsável por essas incompreensões. Contudo, é possível defender, com base nas próprias premissas da filosofia moral Kantiana, que as inclinações não retiram o valor moral de uma ação. O que a moral de Kant exige é que o fundamento de determinação das ações não sejam as inclinações. Ora, isso é diferente de se pretender a supressão das inclinações. Com efeito, essa pretensão seria contraditória com a natureza finita do homem, não sendo, de modo algum, exigida pela moral de kant

  17. DENEGRINDO A FILOSOFIA: O PENSAMENTO COMO COREOGRAFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Noguera

    2011-12-01

    Full Text Available Partindo da ideia de Deleuze que filosofia é criar conceitos, este artigo tem como objetivo apresentar a filosofia afroperspectivista, criando conceitos para articular ensino de filosofia e a educação das relações etnicorraciais. O conceito de denegrir trabalha para problematizar o nascimento da filosofia na busca por uma nova coreografia do pensamento.

  18. Dimensões da liberdade na filosofia político-jurídica de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Kosbiau Trevisan

    2015-06-01

    Full Text Available O artigo procurará fornecer uma resposta às acusações frequentemente lançadas contra Kant a respeito do acento excessivo e indevido da dimensão individualista, subjetivista e mesmo solipsista em sua filosofia política, dimensão esta refletida, aqui, na suposta precedência de elementos pertencentes à tradição liberal em detrimento da tradição republicana na base normativa de sua teoria do direito. Para tanto, analisamos primeiro o conceito kantiano de direito como regulação da liberdade externa numa relação recíproca de agentes autodeterminados. Na sequência, dois conceitos centrais da Doutrina do Direito, a saber, o direito inato da humanidade e o postulado jurídico da razão prática, são investigados como conceitos que desvelam a base normativa de junção das dimensões subjetiva e intersubjetiva de fundamentação da liberdade jurídica.

  19. INFLUÊNCIAS DA FILOSOFIA KANTIANA NA GÊNESE DA GEOGRAFIA FÍSICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Vitte

    2008-01-01

    Full Text Available O artigo discute o papel da filosofia kantiana na gênese da geografia física moderna. A influência de Kant diz respeito ao fato de que o mesmo lecionou por 40 anos geografia física na universidade e, advindo de sérios questionamentos sobre o papel da natureza na Crítica da Razão Pura, Kant ao desenvolver a Crítica do Juízo, refez o seu conceito de natureza, rompendo com o mecanicismo newtoniano. Nesse momento, a noção de teleologia da natureza e de estética serão fundamentais ao filósofo, donde derivará a sua noção de espaço, natureza e morfologia, articuladas pelo conceito de conformidade-a-fins, que evoluirá para o princípio da conexão em Humboldt, fundamental para o surgimento de paisagem geográfica.

  20. Filosofia e Gestão do Conhecimento: um estudo do conhecimento na perspectiva de Nonaka e Takeuchi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Tatto

    Full Text Available Resumo Este artigo apresenta um estudo sobre a relação entre a filosofia, o conhecimento e a gestão, segundo a concepção de Nonaka e Takeuchi reflete sua relevância para o desenvolvimento do saber pensar e fazer no contexto das organizações. Também estuda as origens históricas da gestão, reconhecendo os pressupostos assumidos pelo conhecimento. O procedimento metodológico partiu da necessidade de examinar os conceitos de conhecimento presentes na filosofia e na gestão do conhecimento, privilegiando os estudos realizados por Nonaka e Takeuchi e identificando suas diferenças e semelhanças. O estudo indicou que a concepção do conhecimento presente na gestão do conhecimento surgiu da filosofia e nas organizações, assumindo um conceito resultante das experiências particulares e das práticas cotidianas nas organizações.

  1. Gênese e construção de uma filosofia da gestalt na gestalt-terapia

    OpenAIRE

    Granzotto, Rosane Lorena

    2005-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia A Gestalt-terapia é uma proposta de intervenção psicoterapêutica que se entende fundamentada numa leitura gestáltica da metapsicologia freudiana, por um lado, e numa interpretação fenomenológica da Psicologia da Gestalt, por outro. Seu principal mentor, Perls, referiu-se a esses fundamentos como uma sorte de "filosofia da gestalt", parcialmente des...

  2. O conceito de «energueia» : na filosofia da linguagem de Eugenio Coseriu

    OpenAIRE

    Cristea, Simion Doru, 1965-

    2011-01-01

    Tese de doutoramento, Filosofia (Filosofia da Linguagem), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011 A questão da linguagem é fulcral para a auto-compreensão do humano e para a determinação do carácter fundamental do ser. Ao contrário da visão materialista e positivista que enforma a inteligibilidade do mundo contemporâneo e tende a relegar a linguagem para um plano subsidiário do mundo no qual se inscreve a nossa experiência, a linguagem é constituinte do próprio mundo. A justifica...

  3. HISTÓRIA E TRADIÇÃO: ELEMENTOS SOBRE CRÍTICA E CONTINUIDADE NA FILOSOFIA DA HISTÓRIA.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Ramos Neves

    2012-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um estudo sobre alguns elementos históricos na problemática da Filosofia da História. A finalidade é a de problematizar questões que servem de referencial para a discussão de algumas tendências em filosofia da história, dentro de um ponto de vista histórico-crítico, para demonstrar como a razão instrumental e calculadora anula o pensar crítico e transformador na compreensão da Filosofia da História. A investigação parte da análise do confronto entre as concepções dos antigos e dos modernos acerca da filosofia da história até culminar em uma análise de algumas teorias na filosofia contemporânea, a partir da teoria-crítica da Escola de Frankfurt.

  4. THE SHAPES OF RESENTMENT IN NIETZSCHE'S PHILOSOPHY AS FORMAS DO RESSENTIMENTO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Edmilson Paschoal

    2009-12-01

    Full Text Available Nietzsche doesn't open the use of the word resentment in German philosophy. However, what he does is expand the meaning of the term, leading him to cover the idea of a physiological weakness of a psychic indigestion and also a social sense. In this article we see some of the characteristics of this use of Nietzsche's term and scope of resignification that he imposes to the concept of resentment.

    Nietzsche não inaugura o uso da palavra “ressentimento” na filosofia alemã. O que ele faz é ampliar o significado do termo, levando-o a abranger a idéia de uma fraqueza fisiológica, de uma indigestão psíquica e também de um problema social. Neste artigo aponto alguns dos traços marcantes dessa utilização do termo por Nietzsche e o alcance da ressignificação que ele impõe ao conceito de ressentimento.

  5. Tensão e ambiguidade na filosofia de Jean-Paul Sartre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thana Mara de Souza

    2012-04-01

    Full Text Available Este artigo pretende mostrar como, a partir da noção de "vizinhança comunicante" estabelecida por Franklin Leopoldo e Silva, poderemos compreender os principais temas da filosofia sartriana e a relação entre eles, tais como a relação entre metafísica e história, sujeito e objeto, (liberdade absoluta e concreta, e ética e estética. Ao estender a expressão inicialmente cunhada para a relação entre filosofia e literatura em Sartre, pretendemos evidenciar que as noções de ambiguidade e tensão são fundamentais para termos uma chave de leitura para todo o pensamento de Sartre.

  6. PRESENÇA DA FILOSOFIA NA EDUCAÇÃO FlSICA

    OpenAIRE

    Santin, Silvino

    2013-01-01

    A filosofia surgiu como a primeira proposta com a pretensão, talvez, de ser também a única de produção do saber verdadeiro, portanto, o unico saber verdadeiro. Os gregos chamaram a este novo e original saber de epistheme, traduzido, em geral por ciência ou conhecimento. Os filósofos tornaram-se, assim, os homens do saber e da verdade, ou do saber verdadeiro. A imagem do filósofo, como o homem da ciência, e a idéia da filosofia, como ciência da verdade, fixaram-se em nossa tradição cultural. A...

  7. Relações internacionais na filosofia política moderna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agemir Bavaresco

    2017-02-01

    Full Text Available O presente dossiê apresenta algumas investigações no âmbito das teorias das relações internacionais, a partir da inspiração dos clássicos da filosofia política moderna. Textos mais representativos de Grotius, Bodin, Maquiavel, Hobbes, Bentham, Locke e Kant, vitais para a compreensão da formulação contemporânea das teorias das relações internacionais, foram lidos e analisados pelos professores Agemir Bavaresco e Marcelo Gross Villanova com estudantes pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS, durante o 2º semestre de 2011.

  8. Entre Kafka e Heidegger: reflexões sobre a relação entre literatura e filosofia na era da técnica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cavalcante Schuback

    2007-12-01

    Full Text Available Este ensaio está dividido em três partes. A primeira consiste na leitura mais literal possível do conto de Kafka Der Bau, "A construção". A segunda parte é uma crítica à proposta feita por Deleuze e Guattari de uma leitura de Kafka sem filosofia, ou seja, evitando toda hermenêutica interpretativa. A terceira parte, mais extensa, discute a necessidade de uma leitura desse conto de Kafka não evitando a filosofia, mas acolhendo o entre filosofia e literatura, conectando esse conto de Kafka com a colocação de Heidegger sobre a questão da técnica.

  9. A ideia de vontade livre como desenvolvimento conceitual na filosofia de Hegel

    OpenAIRE

    Souza, Diego Soares

    2014-01-01

    A presente dissertação tem por objetivo desenvolver o estudo da Ideia hegeliana de vontade livre, a fim de mostrar que essa ideia é o elemento no qual toda a esfera do direito (como espírito objeto) se desenvolve. Nossa investigação tomará como limite textual os momentos nos quais o referido tema é claramente desenvolvido, a saber, as obras Filosofia do Direito (1820), e a Enciclopédia das Ciências Filosóficas em Compêndio (1830), em seu primeiro momento, o espírito subjetivo. Desta forma, no...

  10. Destino e liberdade: Um ensaio sobre a teleologia latente na filosofia da arte de Arthur Danto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Pazetto

    2015-07-01

    Full Text Available Em seus escritos analíticos, Arthur Danto critica as “filosofias substantivas da história”, que adotam uma atitude profética ao descrever acontecimentos passados ou presentes de acordo com um sentido histórico que pressupõe acontecimentos futuros. Contudo, em A transfiguração do lugar comum, o autor afirma claramente que busca uma definição de arte que não possa ser refutada por contraexemplos futuros. Nesse contexto, a Brillo Box de Andy Warhol aparece como a expressão da autoconsciência da arte que marca o final de sua história. No entanto, afirmar que a história da arte acabou pressupõe uma concepção substantiva da história, dirigida para um telos final que dá significado a seus estágios anteriores. Em outras palavras, contrariamente a suas pretensões analíticas anteriores, a filosofia da arte dantiana não consegue evitar previsões do futuro baseadas em uma noção teleológica da história. Em sua narrativa, tudo se passa como se a essência da arte exigisse certa história, e não como se a história construísse, em função de um imenso jogo de interesses e contingências, o conceito de arte.

  11. O ensino de filosofia

    OpenAIRE

    Mota, Vladimir de Oliva

    2014-01-01

    O que se pretende aqui é indicar uma resposta à pergunta: “ensinar história da filosofia é ensinar filosofia?”, esboçando a defesa da seguinte idéia: a história da filosofia é, de fato, o instrumento principal de ensino da filosofia e, para a filosofia, fonte permanente de inspiração. Com esse propósito, é preciso legitimar a história da filosofia enquanto filosofia e, conseqüentemente, o ensino da história da filosofia como ensino de filosofia, tendo em vista que ensinar filosofia é ensinar ...

  12. SENSIBILIDADE ESTÉTICA E SENTIMENTO RELIGIOSO NA FILOSOFIA DE MAX HORKHEIMER'S (pelos trinta anos de morte de Horkheimer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Cordeiro Silva

    2007-12-01

    Full Text Available Pretende-se investigar a estética e a religião na filosofia de Max Horkheimer, enquanto instâncias de crítica à ordem estabelecida e à imagem de uma sociedade possível ainda não realizada. Mesmo não tendo desenvolvido um pensamento estético de grande envergadura, como foram os casos de Adorno e Marcuse, suas esparsas considerações sobre a relação entre arte e sociedade coincidiram, durante longo período, com as de seus dois colegas do Instituto de Pesquisa Social. Ou seja, a arte autêntica é conhecimento e crítica à sociedade estabelecida. Por sua vez, a religião, embora seja um sentimento verdadeiro, é posta em um nível inferior e concebida como refúgio para os miseráveis, dentro da tradição marxista na qual o filósofo se inserira inicialmente. Ao final da vida, porém, Horkheimer pareceu mais inclinado a considerar que, no mundo administrado, apenas o sentimento religioso cumpria a condição de imagem de um mundo inteiramente outro. As razões para essa mudança de perspectiva podem ser buscadas na sua avaliação tardia sobre a relação entre arte e sociedade.

  13. Formação de professores e pesquisadores de matemática na faculdade nacional de filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Circe Mary Silva da

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é contribuir para o conhecimento da história da formação de professores e pesquisadores de Matemática na Faculdade Nacional de Filosofia - FNFi. Descreve-se o processo de negociação para a escolha de professores estrangeiros para atuar no curso de Matemática, bem como a proposta curricular; identificam-se os primeiros alunos e discute-se a formação pedagógica do futuro professor. Mostram-se as dificuldades enfrentadas durante a Segunda Guerra Mundial, pelos matemáticos estrangeiros, bem como analisa-se a contribuição de alguns desses matemáticos para o desenvolvimento da pesquisa no país. Identificam-se os primeiros brasileiros, José Abdelhay e Leopoldo Nachbin, que tiveram um papel relevante no ensino e pesquisa matemática, nos anos iniciais do surgimento do cursos de bacharelado e licenciatura em Matemática na FNFi. O período analisado vai da criação da FNFi (1939 e estende-se até meados de 1950, quando começam os embates pela disputa de espaço acadêmico na área de Matemática.

  14. A relação entre ética e direito na filosofia política de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Klein

    2014-06-01

    Full Text Available Este artigo discute as relações existentes entre direito e ética na filosofia política kantiana e, ao contrário da interpretação dominante, procura mostrar que a boa vontade precisa estar presente para que a política possa alcançar plenamente seus objetivos. Nesse sentido, defende-se aqui duas teses: primeira, que não há uma ruptura das teses políticas da década de oitenta com as teses políticas da década de noventa no sentido de um abandono da necessidade de uma boa vontade no campo da política, a qual é condição necessária para a realização de uma constituição republicana; segunda, contra uma interpretação exclusivamente liberal, defende-se que isso implica que o republicanismo kantiano permite que o Estado assuma medidas institucionais para um esclarecimento moral de seus cidadãos.

  15. Acerca da Consciência Eterna: lições sobre religiosidade na filosofia do direito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiro Corrêa Junior

    2017-05-01

    Full Text Available Trata-se de examinar trechos do manuscrito de Lições sobre a Filosofia da Religião e das Linhas Fundamentais da Filosofia do Direito - A Sociedade Civil-Burguesa -, de Georg Wilhelm Friedrich Hegel, aproximando as ideias de Deus e do Sistema de Eticidade. O artigo também avalia posições de influentes comentadores de Hegel, como Bobbio, Losurdo, Marcuse, Lebrun, Lima Vaz e Müller.

  16. TEMPO E MOVIMENTO NA FILOSOFIA CATÓLICA DA HISTÓRIA (1860 – 1960

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan A. Manoel

    2012-09-01

    Full Text Available O presente artigo foi apresentado na Mesa Redonda “Cristianismo, Judaísmo e Islamismo: fontes e aportes teóricos”, integrando o III Encontro do GT Nacional de História das Religiões e Religiosidades – ANPUH, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC de 20 a 22 de Outubro de 2010

  17. Historicidade da filosofia em Hegel e Heidegger

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Iber

    2017-02-01

    Full Text Available Gostaria de discutir, em forma de teses, a temática da historicidade da filosofia em contraste e na sua divergência em Hegel e Heidegger. Diferente do historicismo, que não soluciona o problema da historicidade da filosofia, porque ele dissolve tendencialmente a filosofia na história da filosofia e não coloca em especial a questão da verdade, Hegel e Heidegger desenvolvem uma teoria genuinamente filosófica da história da filosofia do interesse filosófico pela verdade. Esse interesse genuinamente filosófico pela verdade segue do seu conceito respectivo de filosofia, que inclui em ambos uma posição crítica à Modernidade. Ambos os pensadores não são apenas pensadores modernos, mas também pensadores críticos da Modernidade, de uma Modernidade que entrou no estado de uma autorreflexão. Em Hegel e Heidegger, a filosofia da história da filosofia é ao mesmo tempo a chave para uma filosofia crítica de Modernidade da história.

  18. A construção da subjetividade na teoria de Jean Piaget: correlações entre ciência e filosofia

    OpenAIRE

    Dourado, Miguel Angelo Serra

    2009-01-01

    A construção da subjetividade na psicologia do desenvolvimento de Jean Piaget é o tema central da presente dissertação, cujo problema consiste em analisar o processo de construção da subjetividade na psicologia do desenvolvimento de Jean Piaget a partir das relações entre ciência e filosofia. Em termos metodológicos, o presente texto foi desenvolvido através de uma pesquisa bibliográfica, que justificou-se pela escassez de trabalhos em torno do tema em questão. Estruturalmente, o texto foi or...

  19. Estudo de um fluxo interno de materiais baseado na filosofia Lean Manufacturing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro Luiz Neuenfeldt Júnior

    2015-09-01

    Full Text Available Nos últimos anos, é notória a evolução das empresas brasileiras no que tange a busca por otimizar os seus resultados industriais. Estudos do Lean Institute Brasil (2012 indicam que as indústrias do Brasil são, em média, as que necessitam o maior número de horas extras para o cumprimento das operações de manufatura, fato diretamente vinculado à elevada quantidade de estoques entre processos, desperdícios na movimentação e armazenagem de materiais. Logo, o artigo objetiva desenvolver uma metodologia que viabilize o estudo da maneira na qual funciona a cadeia de suprimentos interna de empresas fabricantes de ônibus do Brasil, em específico para os seus componentes comprados, com base no método denominado Making Materials Flow, para a correção das situações elencadas, havendo, ao final, uma redução em 40% do total de itens em falta para a linha de montagem e colaborando para o aumento de 37% na produção por dia.

  20. O contratualismo e o utilitarismo na filosofia moral e política de David Hume

    OpenAIRE

    Gabriel Bertin de Almeida

    2010-01-01

    A obra de David Hume é marcada por dois momentos distintos: o Tratado da Natureza Humana, brilhante obra de sua juventude, e as investigações e os ensaios, entre outros textos mais maduros. No contexto dessa transição, suas teorias moral e política sofrem pequenas, porém significativas, modificações. Uma delas diz respeito ao desaparecimento, na segunda Investigação, da dicotomia obrigação naturalmoral de justiça existente no Tratado, e, sobretudo, ao uso mais frequente do sentimento de human...

  1. Belo e sublime : a mulher e o homem na filosofia de Immanuel Kant

    OpenAIRE

    Lino, Alice de Carvalho

    2008-01-01

    A dissertação tem como objetivo apresentar a mulher, conforme caracterizada por Immanuel Kant. Houve uma preocupação em tratar o tema, considerando a época dos escritos e as perspectivas empregadas em cada obra que faz menção às mulheres. E, principalmente, manteve-se na investigação um olhar neutro, afastado de qualquer ressentimento que se pudesse ter com relação às críticas dirigidas à condição feminina. Assim, entendemos que as conclusões provindas desta análise seriam mais coerentes, por...

  2. A ruptura dos direitos humanos na filosofia política de Hannah Arendt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fausto Brito

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é a análise das críticas de Hannah Arendt à concepção dos direitos humanos, introduzida pelo pensamento dos filósofos contratualistas e efetivada, politicamente, pelas revoluções americanas e francesas no final do século XVIII. Contudo, este objetivo não seria plenamente alcançado sem a avaliação da proposta de Arendt para a superação de suas próprias críticas: a reconstrução dos direitos humanos através do reconhecimento que cada indivíduo tem direito a ter direitos, independente das fronteiras do Estado-nação. Arendt vai buscar na moral universalista e cosmopolita kantiana o conceito de humanidade e dá a ele as dimensões ontológicas e políticas necessárias para se construir um espaço público internacional, onde o direito a ter direito seja decorrente do mero pertencimento à humanidade, não se dissolvendo nos limites de cada Estado-nação.The purpose of this article is the analysis of the criticisms of Hannah Arendt's conception of human rights, introduced by the thought of the contractual philosophers and made effective, politically, by American and French revolutions in the late eighteenth century. However, this aim would not be fully achieved without the review of Arendt's proposal to overcome her own criticisms: the reconstruction of human rights by recognizing that every individual has the right to have rights, regardless of borders of the Nation-State. Arendt tries to discover in the universal and cosmopolitan moral of Kant the concept of humanity and gives him the ontological and political dimensions needed to build an international public space where the right to have rights is due to the mere belonging to the humanity, not dissolving itself in the limits of each Nation-State.

  3. Limiares da política e do tempo na filosofia de Giorgio Agamben

    OpenAIRE

    Barbosa, Jonnefer Francisco

    2012-01-01

    A presente tese objetiva abordar o problema das relações entre política e tempo na obra do filósofo italiano Giorgio Agamben, situando-o a partir de quatro limiares onde esta questão é ali desenvolvida: a) a problemática da vida nua e das formas-de-vida; b) o problema da comunidade; c) o estado de exceção; d) a relação entre o tempo, a memória e a história. Do inventário que fará Agamben de conceitos oriundos do tratado aristotélico Peris Psykhês e do direito romano arcaico para a definição d...

  4. Conceitos de filosofia na escola e no mundo e a formação do filósofo segundo I. Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos César Seneda

    2009-06-01

    Full Text Available Este texto pretende discutir, do ponto de vista kantiano, o que pode ser ensinado e o que pode ser aprendido em Filosofia. Seu objetivo é construir os argumentos hipotéticos de Kant em face do método estruturalista de leitura de textos filosóficos. Para circunscrever este tema, aparentemente muito amplo, tomaremos como fio condutor um célebre texto de aula de I. Kant, publicado por G. B. Jäsche sob o título Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant ministrou este curso por mais de quarenta anos, até o término de suas atividades docentes em 1797, e nele apresenta considerações bastante fecundas e atuais sobre o ensino da História da Filosofia e sobre a formação do filósofo. A partir da distinção entre conhecimento histórico e conhecimento racional, e da distinção entre o conceito de filosofia na escola e o conceito de filosofia no mundo (AK 9:24, procuraremos apresentar as contribuições kantianas que podem ainda ser consideradas pertinentes para se discutir o modo de ensinar Filosofia e a formação do filósofo.This text intends to discuss, from the Kantian point of view, what may be taught and what may be learned in Philosophy. Its objective is to construct Kant's hypothetical arguments in face of the structuralist method of reading philosophical texts. To circumscribe this theme, which is apparently quite broad, we take as guide line a well-known classroom text from I. Kant, published by G.B. Jäsche under the title Manual of General Logic Courses (Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant taught for more than forty years, until the end of his teaching activities in 1797, and on it he presents considerations which are quite fertile and current regarding the teaching of the History of Philosophy and the formation of the philosopher. Based on the distinction between historical knowledge and rational knowledge, and the distinction between the concept of philosophy in the school and the concept of philosophy in the world (AK 9

  5. A teoria da causalidade imaginária na filosofia de Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Arbex Valadares

    2009-06-01

    Full Text Available O presente trabalho aborda a concepção de causalidade apresentada pelo filósofo escocês David Hume no Tratado da natureza humana (TNH e propõe, como argumento central, que a ideia de relação causal deriva de uma impressão reflexiva e toma a forma de uma crença imaginária cujo objeto é uma conjunção constante. Começando por analisar os conceitos de impressões e ideias, sobre os quais Hume elabora sua teoria da percepção, o texto explora, em seguida, os fundamentos do processo de associação de ideias, do qual a noção de causalidade é um modo; um breve estudo dos efeitos políticos decorrentes de uma concepção de causalidade assentada na crença e nos hábitos de percepção põe termo a este artigo.This work analyses the theory of causality presented by the Scottish philosopher David Hume in his Treatise on Human Nature. It proposes, as a central argument, that the idea of causal relation comes from a reflexive impression and assumes the form of an imaginary belief, whose object is a constant conjunction. Starting by analyzing the concepts of impressions and ideas, over which Hume elaborates his theory of perception, this text explores the basis of the process of association of ideas, and identifies the notion of causality as a mode of it. A brief study of the political effects of such a conception of causality, based on belief and perception habits, gives a conclusion to this article.

  6. AS INFLUÊNCIAS DA FILOSOFIA NATURAL E DA NATURPHILOSOPHIE NA CONSTITUIÇÃO DO DARWINISMO: ELEMENTOS PARA UMA FILOSOFIA DA GEOGRAFIA FÍSICA MODERNA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Vitte

    2009-06-01

    Full Text Available Esse trabalho argumenta que a teoria da evolução de Charles Darwin sofreu forte influência da naturphilosophie de Schelling e Hegel, representando um avanço positivo nas concepções de teleologia da natureza. Fortemente influenciado pelas obras de Alexander von Humboldt, de Werner e pelas pesquisas no campo da paleontologia, a Teoria da Evolução, concebeu a transformação dos organismos e a sua especiação a partir determinantes geográficos e temporais. Ideologicamente influenciado por Lyell, que acreditava na hipótese da vera causa, Darwin relegou a matriz espacial e concentrou suas argumentações nas mudanças temporais, basicamente climáticas, como determinante da evolução. Os impactos da teoria da evolução atingem tanto o campo da geografia física, quanto da geografia humana, influenciando fortemente na postura metodológica das pesquisas geográficas, mas chamando a atenção para a complexidade das relações entre o espaço e tempo que estão em constante mudança.

  7. Uma filosofia da história tornada sóbria sobre o papel da filosofia da história na teoria crítica da sociedade de Jürgen Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Georg Lohmann

    2013-12-01

    Full Text Available Após uma parte introdutória sobre o estatuto da filosofia da história como conhecimento, o texto procura analisar o corte efetuado por Habermas em sua trajetória teórica visando livrar sua teoria social daquela filosofia e, consequentemente, superar as teses acerca da construção de um sujeito da história e da exequibilidade da história. Com essa análise procura-se diagnosticar as transformações fundamentais que esse corte ou rejeição, por parte de Habermas, do pensamento próprio da filosofia da história trouxe para a sua teoria crítica da sociedade, e também apontar os rudimentos e traços daquela filosofia nessa teoria.

  8. O campo da ambivalência. Poder, sujeito, linguagem e o legado de Michel Foucault na filosofia de Judith Butler

    OpenAIRE

    Luisa Helena Torrano

    2010-01-01

    Judith Butler é mais conhecida como autora de Gender Trouble, no qual problematiza a maneira pela qual se pensava o gênero até então. A partir daí, ela publica diversas obras nas quais aprofunda e desenvolve sua filosofia, calcada em larga medida em considerações inicialmente propostas por Michel Foucault, partindo de sua noção de um poder produtivo dos sujeitos. Butler investiga os termos que desenham o campo de possibilidade dos sujeitos, desnudando como nossas noções de realidade são infor...

  9. Sobre o conceito de Realismo sem representação na filosofia contemporânea [Realism without Representation in Contemporaneous Philosophy

    OpenAIRE

    da Silva, Manuel Moreira

    2013-01-01

    Partindo das contradições internas encontradas no seio do conceito de realismo sem representação, o presente artigo visa a apontar os limites epistemológicos e o alcance ontológico desse conceito no contexto da Filosofia contemporânea. Abraça-se o pressuposto de que a epistemologia tem seu nascedouro na reflexão de base ontológica e metafísica. Examinam-se três concepções que fundam visões de mundo distintas e irredutíveis umas às outras: o Naturalismo, o Idealismo da liberdade e o Idealismo ...

  10. História e filosofia da história na obra do jovem Friedrich Schlegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabela Maria Furtado Kestler

    2008-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta e comenta dois textos do jovem Friedrich Schlegel, Vom Wert des Studiums der Griechen und Römer (Sobre o valor do estudo dos gregos e romanos, de 1795/1796, e Über das Studium der griechischen Poesie (Sobre o estudo da poesia grega, de 1795, escritos antes de sua ida para Jena, em 1796, nos quais o autor elabora uma teoria original sobre a história e a filosofia da história.This article introduces and comments two texts written by Friedrich Schlegel in his youth, before he moved to Jena in 1796: Vom Wert des Studiums der Griechen und Römer (On the value of the study of Greeks and Romans of 1795/1796 and Über das Studium der griechischen Poesie (On the study of Greek poetry of 1795. In these texts the author develops an original theory concerning history and the philosophy of history.

  11. Filosofia della fisica

    CERN Document Server

    1997-01-01

    Un libro che mancava : attraverso i contributi dei maggiori specialisti italiani, la definizione rigorosa di una disciplina, la filosofia della fisica, che si pone nel punto d'incontro tra la cultura scientifica e quella umanistica.

  12. Bachelard e a filosofia Bachelard and philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Ferreira de Almeida

    2003-01-01

    Full Text Available Neste breve artigo tento apresentar a compreensão singular de filosofia que aparece na reflexão que Gaston Bachelard dedica à arte e à literatura.In this short article I try to present the peculiar philosophy's understanding that turn up in the reflection that Gaston Bachelard devotes to the art and science.

  13. O Ensino de Filosofia como “questão clássica” na tradição do pensamento filosófico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ceppas

    2015-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644415911Neste artigo, procuro mostrar que ensinar e aprender filosofia são questões centrais e recorrentes para a tradição filosófica Ocidental. Procuro argumentar em favor desta tese em duas direções. Num primeiro momento, ela é analisada em termos da relação entre o pensar, o juízo e o ensino-aprendizado da filosofia. Num segundo momento, procuro defender esta tese a partir da importância da relação mestre-discípulo para a história da filosofia.

  14. O ANTI-REALISMO NA FILOSOFIA DA FÍSICA DE WERNER HEISENBERG: DA POTENTIA ARISTOTÉLICA AO FORMALISMO PURO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Carvalho da Silva

    2011-06-01

    Full Text Available Qual a Filosofia da Natureza que podemos inferir da Física Contemporânea? Para Werner Karl Heisenberg, prêmio Nobel de Física de 1932, a ontologia da Ciência Moderna, estruturada no materialismo, no mecanicismo e no determinismo já não pode servir de fundamento para a nova Física. Esta requer uma nova base ontológica, onde o anti-realismo, seguido de um formalismo puro, aparece como o princípio basilar de uma nova Filosofia Natural.

  15. Notas sobre a "carência de fundamentação" na filosofia de Theodor W. Adorno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antonio de Paiva Duarte

    1994-01-01

    Full Text Available Habermas relê Adorno e Horkheimer à luz do seu próprio modelo, isto é, do "paradigma lingüístico" que substitui a práxis transformadora pela argumentação. Assim, Habermas não percebe que, em Adorno, a competência comunicativa subordina-se a algo essencialmente diferente, a um impulso emancipatório. As características deste a priori transcendental racionalmente mediado devem ser buscadas não na Dialética do esclarecimento, mas em Minima moralia.

  16. O homem depravado e a possibilidade do bem na filosofia política de Jean-Jacques Rousseau

    OpenAIRE

    SOUZA, Júnio Cézar da Rocha

    2012-01-01

    O presente trabalho procura trazer uma discussão sobre o pensamento de Rousseau acerca da possibilidade do agir bem na sociedade. O filósofo genebrino, para tratar de tal possibilidade, arrazoa prioritariamente sobre a condição primitiva do homem e a degeneração desta com o advento da sociedade. Lançar-nos-emos sobre algumas obras de Jean-Jacques Rousseau para discutirmos o trânsito que vai do homem selvagem, passando por sua corrupção até uma proposta redentivo-política por me...

  17. Necessidade e possibilidade da prova da existência de Deus na filosofia de Tomás de Aquino

    OpenAIRE

    Roberta Crivorncica

    2009-01-01

    A questão da existência de Deus acompanha o desenvolvimento intelectual de Tomás de Aquino e tem papel central em sua Suma de Teologia, na qual o filósofo desenvolve sua resposta através das conhecidas cinco vias para a prova da existência de Deus. O objetivo desta dissertação é percorrer o caminho traçado por Tomás de Aquino para chegar às cinco vias, mostrando a necessidade e a possibilidade da prova da existência de Deus como sujeito da Doutrina Sagrada. The question of the e...

  18. A Filosofia da Religião: Percurso de Identidade

    OpenAIRE

    Pinto, José Rui

    2010-01-01

    Após um percurso histórico sobre a relação entre filosofia e religião, bem como sobre a dificuldade em acolher a validade de uma qualquer "filosofia da religião", assumimos aqui que a filosofia da religião, apoiando-se exclusivamente na razão, deve buscar resposta às perguntas últimas que acompanham e configuram o existir humano, deve decifrar o enigma do humano e do divino, da vida, do mundo e da história. E deve igualmente avaliar criticamente as diversas respostas dadas pelas diferentes r...

  19. Filosofia Lean na redução de desperdícios : o caso de uma PME

    OpenAIRE

    Figueiredo, Tiago João Loureiro

    2016-01-01

    Relatório de estágio do mestrado em Gestão, apresentado à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de João Paulo Costa e Mário Brandão. O presente relatório surge no âmbito do estágio curricular do Mestrado em Gestão da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, este estágio constituiu uma das vias para conclusão deste segundo ciclo de estudos. O estágio curricular foi realizado na Stratbond Consulting, em Coimbra, de 1 de fevereiro a 6 de junho...

  20. Idealismo e refutação do idealismo na filosofia crítica de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Costa Rego

    2013-06-01

    Full Text Available O presente trabalho versa sobre o tema, central no projeto filosófico de Kant, da refutação do idealismo, concentrando-se em dois momentos da Crítica da Razão Pura (CRP: a Dedução Transcendental e a Refutação do Idealismo. Adoto duas hipóteses interpretativas: a primeira, de que a seção da CRP intitulada "Refutação do Idealismo" não esgota o projeto kantiano de uma refutação do idealismo, mas lhe fornece o acabamento, apresentando-se como um desenvolvimento de argumentos aduzidos na Dedução Transcendental. A segunda, de que a refutação kantiana do idealismo assume uma forma bipartida pelo fato de que são essencialmente duas as figuras do idealista que a argumentação implicitamente apresenta como adversário da teoria transcendental do conhecimento. Chamarei essas figuras de idealista cético e idealista da autoconsciência e procurarei demonstrar e discutir a presença, na CRP, de dois distintos movimentos argumentativos anti-idealistas que lhes correspondem nas seções da Refutação e da Dedução. Finalmente, esboçarei a pergunta sobre se e em que medida, entendida na perspectiva de sua forma bipartida, a refutação kantiana completa do idealismo na CRP apresenta uma prova suficiente contra o interlocutor que, apesar de admitir, por hipótese, tanto a possibilidade do conhecimento objetivo quanto seu primado epistêmico em relação à consciência do Eu (consciência dos estados internos ou autoconsciência, subordina o domínio da objetividade à instância transcendental de uma consciência de objetos.This paper concerns about Kant's refutation of idealism and focuses on two chief sections of the Critique of Pure Reason: the Transcendental Deduction and the Refutation of Idealism. I shall argue firstly that the first Critique's section named "Refutation of Idealism", instead of exhausting Kant's project of refuting idealism, constitutes its accomplishment, offering a final deployment for some arguments adduced in

  1. ONTOLOGICAL SUBJECTIVITY IN JOHN SEARLE'S PHILOSOPHY OF MIND SUBJETIVIDADE ONTOLÓGICA NA FILOSOFIA DA MENTE DE JOHN SEARLE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tárik de Athayde Prata

    2009-06-01

    Full Text Available This paper contains an analysis of a famous criticism from John Searle on materialist tradition. This tradition uses to ignore or even refuse the subjectivity of mental phenomena. This paper examines Searle’s strategy to defend this subjectivity, refusing the essential character of behavior to the mental aspect (section II, distinguishing subjective and objective in epistemic and ontological senses (section III and showing his solution to the problem of other minds (section IV. However, his attempt to obtain an indirect access to subjective mental phenomena through causal explanations (section V of these phenomena by brain processes is not enough to integrate the ontological subjectivity in our scientific worldview, once that this supposed ontological irreducibility from subjective to objective phenomena seems to result in the conclusion that mental phenomena are something beyond natural reality.Analisando uma conhecida crítica de John Searle à tradição materialista, segundo a qual essa tradição costuma ignorar ou mesmo recusar a subjetividade dos fenômenos mentais, o presente trabalho examina a estratégia de Searle para defender essa subjetividade, passando pela recusa do caráter essencial do comportamento para o mental (seção II, pela distinção entre subjetivo/objetivo no sentido epistêmico e ontológico (seção III e pela solução de Searle para o problema de outras mentes (seção IV. Porém, a tentativa do filósofo de obter um acesso indireto aos fenômenos mentais subjetivos através de explanações causais (seção V destes fenômenos por processos cerebrais se mostra insuficiente para integrar a subjetividade ontológica em nossa visão científica do mundo, na medida em que a suposta irredutibilidade ontológica dos fenômenos subjetivos a fenômenos objetivos parece levar ao resultado

  2. A filosofia de Albert Camus na gestão de pessoas: absurdo ou revolta na adaptação individual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Fortunato

    2011-03-01

    Full Text Available Nesse artigo, sem intenção de esgotamento do tema, propõe-se à compreensão da adaptação individual (segundo conceito de C. Argyres pela ótica da filosofia de Albert Camus, que esclarece a questão da satisfação/insatisfação do funcionário em relação à organização, ao explicar como surgem os sentimentos de apatia e rebeldia que, por sua vez, geram prejuízo. A teoria de Camus, ainda, explica como surge o sentimento de comprometimento, benéfico à organização e ao indivíduo, resultando em produção e satisfação, respectivamente. Conclui-se, à luz da complexidade, que a questão da adaptação individual não é simples, mas que a compreensão do absurdo e da revolta em Camus pode auxiliar a organização a

  3. Filosofia das ciências sociais: temas atuais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Harold Kincaid

    2014-12-01

    Full Text Available A filosofia das ciências sociais, concebida da maneira adequada, tem algo a oferecer aos que praticam as ciências sociais. Os cientistas sociais adotam em suas pesquisas, ainda que de forma implícita, alguma filosofia de sua ciência. Para evitar impasses, é melhor explicitar essa filosofia e ser criticamente consciente dos seus méritos. A filosofia das ciências sociais, por sua vez, não pode ser praticada sem um envolvimento íntimo com a pesquisa social. O artigo esboça alguns desenvolvimentos da filosofia da ciência pós-positivista e suas implicações para a filosofia das ciências sociais. Essa perspectiva geral é então aplicada a alguns debates das ciências sociais: a natureza da causalidade; o lugar dos mecanismos na pesquisa social e da legitimidade de explicações puramente macrossociológicas; a distinção entre pesquisa qualitativa e quantitativa; a distinção entre evidência observacional e evidência experimental; a polêmica entre o individualismo e o holismo metodológicos na explicação sociológica.

  4. Contributo da filosofia Lean na redução do custo de uma peça metálica

    OpenAIRE

    Rumor,Mário André Lucas

    2014-01-01

    Num mercado cada vez mais exigente e competitivo, torna-se imprescindível que as organizações otimizem continuamente os seus sistemas produtivos. Muitas têm visto nas filosofias e práticas Lean e Kaizen as respostas para conseguirem produzir mais sem acrescentar recursos, e de forma mais rápida, mais eficaz e mais eficiente. O envolvimento da empresa numa cultura de melhoria contínua orientada para o cliente permite a criação de valor em todas as etapas, tornando-a mais flexível e competitiva...

  5. Arte, interpretação e consciência da interpretação na Filosofia da arte de Arthur Danto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira Pires Volz

    2017-03-01

    Full Text Available A partir da crítica das teorias da arte predecessoras, o artigo procura explicar e interpretar a filosofia da arte de Arthur Danto, que procura dar uma definição "curta" de arte, onde a interpretação da obra como obra de arte possui papel principal, uma teoria que só se torna historicamente possível depois do advento do ready-made de Marcel Duchamp, uma obra cujos aspectos estéticos são irrelevantes para sua condição de arte.

  6. Criminologia: transtornos neuropsíquicos e imputabilidade penal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilson Aparecido Disposti

    2010-12-01

    Full Text Available


    O artigo analisa a violação do princípio da culpabilidade, sustentáculo basilar do Direito Penal, que estruturado sob os demais princípios do Estado Democrático de Direito, deve projetar um Direito Penal mínimo e garantista. Entretanto, a proteção formal dos direitos e garantias individuais, no âmbito constitucional penal, não tem sido suficiente para se assegurar o jus libertatis do cidadão em conflito com o jus puniendi do Estado. A culpabilidade que fundamenta a aplicação da pena e limita a intervenção punitiva estatal, faculta ao magistrado individualizar a resposta penal de acordo com o necessário e o suficiente para a reprovação e a prevenção do crime. Porém, no Código Penal de 1940 encontram-se conceitos que não correspondem à realidade científica das psicopatologias identificadas e classificadas pela Criminologia moderna. Diferente da lei penal européia, o Código Penal brasileiro está aprisionado em seu hermetismo dogmático refletindo ainda, o reducionismo da Psiquiatria biofísica do século XIX. Esse isolamento inoculou na cultura jurídica criminal, acanhada visão das psicopatologias, que acrescido do mecanicismo da prática processual, afasta a justiça criminal de reconhecer os transtornos neuropsíquicos. É necessário que o Direito Penal brasileiro se abra à interdisciplinaridade da moderna Criminologia para adequar a sua

  7. Literatura e Filosofia

    OpenAIRE

    Schaefer, Sérgio; Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

    2014-01-01

    A literatura é uma prática artística que procura capturar a contingência, a diversidade, o movimento da realidade. A arte literária, de fato, se constitui através de ensaios aproximativos. É arte ensaística. A filosofia, ao longo de sua história, mostrou quase sempre uma tendência contrária: reduzir a riqueza da diversidade a unidades conceituais, buscar essências, construir ideias sistêmicas. Entretanto, no presente artigo, queremos analisar um texto filosófico que desmente essa tendência. T...

  8. Hannah Arendt - Filosofia e Política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Jardim de Moraes

    2007-12-01

    Full Text Available O artigo apresenta a visão de Hannah Arendt de três momentos em que se configura, na história da filosofia política, a relação entre filosofia e política.O primeiro é o contexto antigo, representado na obra de Platão, quando a filosofia é entendida como metafísica e o conceito central da política é o de autoridade.O segundo remete à moderna crise do conceito metafísico de verdade e do conceito político de autoridade.O terceiro refere-se à leitura de Arendt da obra de Kant e aponta para a relevância da sua teoria do juízo.

  9. Elementos para uma reconstrução da história universal: pensamento e memória na filosofia negativa de Hegel

    OpenAIRE

    Borges, Thiago Mendes [UNIFESP

    2013-01-01

    O propósito desta pesquisa consiste no estudo da especifidade do conceito de “história universal” nas “Lições sobre a filosofia da história universal” de Georg Wilhelm Friedrich Hegel. Propõe-se uma apresentação das interpretações do conceito presente nas obras de alguns estudiosos de Hegel, para elucidar sua reflexão da história enquanto meditação sobre as ruínas. Para isso, será de nosso interesse a exposição da idéia de “fim da história”, da memória como sinônimo de pensamen...

  10. Gramsci, o Direito e a Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquim Pacheco Lima

    2016-01-01

    Full Text Available O autor aborda a questão da filosofia do direito a partir da análise do direito e da filosofia na concepção de Antonio Gramsci (1891-1937 no intuito de contribuir na elucidação da realidade social, econômica e política desigual. Os eixos norteadores do pensamento gramsciano para o mundo do direito, tratado pelo autor foram à busca por igualdade, enquanto direito, e sua relação com a política; a hegemonia, direção política e direito; e a democracia e a vontade geral como mediação na relação sociedade política e sociedade civil. O Direito na concepção filosófica e estratégia política de Gramsci, em uma dada sociedade, é um instrumento, conforto e punição, no jogo de dominação e direção dos grupos sociais.

  11. Filosofia e Aventura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronie Alexsandro Teles Silveira

    2014-09-01

    Full Text Available A cultura ocidental é fortemente marcada pela influência do postulado platônico sobre a dualidade da realidade. Os desdobramentos do saber absoluto hegeliano parecem ter propiciado um novo patamar de valores que dissolvem tal postulado - o que denomino de cultura da imanência. Nesse contexto, o empreendimento epistemológico se caracteriza por uma extrema confiança em sua própria eficácia. Entendo que essa segurança epistemológica tem conduzido a filosofia a um impasse: ou se torna parte do empreendimento científico ou se redefine como uma atividade que busca a aventura e não mais a verdade.

  12. Por uma filosofia do medicamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléber Domingos Cunha da Silva

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoMedicamento e pensamento, em que coincidem estes conceitos? A proposta do presente ensaio é demonstrar, sob uma perspectiva biopolítica, a existência de novos desafios para aqueles que lidam com a temática da farmaceuticalização na sociedade contemporânea. As análises realizadas demonstram que abordagens essencialmente tecnicistas são insuficientes para o confronto de questões como: os lucros exorbitantes obtidos com a comercialização de medicamentos, a relação desproporcional desses valores com o número de novas moléculas inovadoras e o difícil acesso aos poucos novos fármacos. A proposta de uma filosofia do medicamento, no campo da saúde coletiva, parece oportuna para a tomada de posicionamentos mais críticos e para o estabelecimento de espaços de resistência às condutas farmacoterapêuticas. Afinal, o medicamento não é um elemento isolado constitutivo da vida humana; embora, tenha se tornado um componente central no governo da vida contemporânea, o seu emprego adequado requer o exercício do pensamento.

  13. Una filosofia nueva de guitarra

    National Research Council Canada - National Science Library

    Risteski, Ice B

    2006-01-01

    El presente articulo intenta dar una opinion para hacer un nuevo acercamiento a la filosofia de la guitarra, de una manera suficientemente sofisticada, que supere todas las miradas hasta ahora conocidas...

  14. Philosophia prima como repraesentatio na filosofia natural de Hobbes: exame de fundamentos metafísico-cognitivos como complementos teóricos de seu materialismo mecanicista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio R. C. Leivas

    2011-12-01

    Full Text Available O ponto de partida da Philosophia prima de Hobbes tem como referência a Física e a Metafísica de Aristóteles. O desenvolvimento posterior de sua Philosophia prima, porém, põe em marcha uma crítica da metafísica aristotélica que conduzirá a um remanejamentoteórico de uma série de princípios e conceitos herdados da tradição. Considerada em seu conjunto, a filosofia primeira hobbesiana é constituída por uma definição ampla, isto é, a metafísica definida como ciência do ente enquanto ente (ao invés da clássica definição de ciência do ser enquanto ser, sobre a qual duas definições strictu sensu são erigidas: a metafísica como física geral - dizer o ente (ens é dizer o corpo (corpus - e a metafísica como representação. Este paper é um esforço no sentido de compreender essas e outras questões concernentes aos estudos hobbesianos sobre a forma como conhecemos o mundo, as coisas e nós mesmos.

  15. A filosofia na área de competências de cidadania e profissionalidade. Da reflexão sobre a prática de ensino supervisionada aos cursos de educação e formação de adultos

    OpenAIRE

    Carlos, Pedro Miguel de Oliveira Alves

    2011-01-01

    Relatório apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino da Filosofia no Ensino Secundário Este relatório incide sobre a Prática de Ensino Supervisionada (P.E.S.) na Escola Secundária Quinta do Marquês, durante o ano lectivo de 2010/2011. A descrição e respectiva reflexão crítica centrar-se-ão na prática lectiva referente aos níveis de décimo e décimo primeiro anos da disciplina de Filosofia e no modo como as competências adquiridas neste con...

  16. Wittgenstein: a filosofia da linguagem como filosofia primeira e paradigma

    OpenAIRE

    1980-01-01

    Num certo momento de leituras e diálogos que o autor desta dissertação teve oportunidade de realizar, surgiu uma objeção que pode ser assim expressa: seria cabível afirmar que a filosofia da linguagem é, atualmente, um paradigma, quando ela reflete sobre a liquidação da própria filosofia? Não há notícia de que algum paradigma científico se tenha preocupado com o aniquilamento da própria ciência! É verdade que esta dissertação não afirma que a filosofia da linguagem é paradigma, uma vez que a ...

  17. Impregnações tecnoestéticas na vida cotidiana: inconsciente óptico, filosofia da caixa preta, artealização e "everyware"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kati Caetano

    2012-06-01

    Full Text Available O propósito do artigo é rediscutir a relação entre discurso, sociedade e tecnologia, tendo como mote a ideia da “filosofia da caixa preta”, e expandindo-a para a configuração atual da chamada sociedade computadorizada. Busca refletir sobre posições teóricas que vêm postulando a disseminação de uma cultura do virtual às formas de vida, e apregoando a contaminação dilatada de uma práxis, em princípio afeita a determinado tipo de dispositivo, sobre o princípio da vida em sua totalidade. Em suma, trata de modos de discursivizar o mundo e de se discursivizar no mundo em face das potencialidades tecnológicas. O enfoque é o de uma estética que deriva desse contexto, com base em duas manifestações empíricas exemplares da cultura digital: 1 o da apresentação da notícia por meio de formas prevalecentes no entretenimento virtual, especificamente nos chamados “newsgames”, mediante o argumento da eficácia de seus resultados para o engajamento do cidadão e 2 a da cultura da base de dados, como afirmação de um paradigma estatuído em princípio explicativo/organizador de valores, e de um regime comunicacional movido pelo afã de novidade e compulsiva interação.

  18. Filosofia no Ensino Médio. Relato de uma Experiência de Pesquisa.

    OpenAIRE

    Tomazetti, Elisete Medianeira; Marçal, Katiuska I.; Ribeiro, Tatiana de Melo

    2011-01-01

    Neste espaço relataremos o desenvolvimento do projeto de pesquisa Filosofia, Cultura Juvenil e Ensino Médio desenvolvido no período de junho de 2004 a junho de 2009, na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul. A coordenação foi realizada pela professora Elisete Medianeira Tomazetti, vinculada ao Departamento de Metodologia e Ensino (MEN), do Centro Educação e responsável pelas disciplinas de Didática da Filosofia, Pesquisa para o Ensino de Filosofia e Estágio Curricul...

  19. Optimização dos recursos em armazém aplicando a filosofia Lean

    OpenAIRE

    Silva, Maria Marta Morais

    2009-01-01

    Desde a Segunda Guerra Mundial, a Toyota tem vindo a introduzir actividades Kaizen que deram origem á filosofia TPS, mais conhecido por Lean. Actualmente são raras as empresas que não aplicando esta filosofia conseguem subsistir num mercado tão competitivo como o actual. Todos os custos que não acrescentem valor têm que ser eliminados tais como os associados ao stock, transporte, espaço, tempo, embalamento e administração, tendo a filosofia Lean um papel crucial na eliminaçã...

  20. A natureza comportamental da mente: behaviorismo radical e filosofia da mente

    OpenAIRE

    Alves, Diego Zilio [UNESP

    2009-01-01

    O presente trabalho pretende delinear uma possível interpretação do behaviorismo radical como teoria da mente, o que significa, em outros termos, contextualizá-lo no âmbito da filosofia da mente. Para tanto, primeiramente apresentaremos as principais teorias que figuram na filosofia da mente contemporânea, incluindo suas teses centrais e seus respectivos problemas. Em seguida, trataremos dos fundamentos do behaviorismo radical enquanto filosofia da ciência e enquanto teoria do comportamento. ...

    1. Como se dá a introdução à filosofia segundo Martin Heidegger?

      OpenAIRE

      2005-01-01

      Como se dá e que problemas apresenta o ensino e a transmissão da filosofia quando entendida e dividida em disciplinas escolares? Como é a filosofia compreendida, sua tarefa e sua essência nos modos em que é ensinada? Recobramos a concepção de ensino e o modo de transmissão da filosofia em alguns filósofos gregos. Por outro lado, retomamos o modo e o significado do filosofar introduzido por M. Heidegger, seja através do testemunho de seus alunos (H-G. Gadamer e H. Arendt), seja na exposição de...

    2. Criminal responsibility of psychophats in the light of the brazilian penal code Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do Código Penal Brasileiro

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernanda Eloise Schmidt Ferreira Feguri

      2012-05-01

      sendo tratado perante o artigo 26 § único do Código Penal Brasileiro e, também, explanar o porquê de tanta reincidência em crimes bárbaros. No início do trabalho, foi demonstrado o conceito de crime e as disciplinas que cercam o direito penal, seguido do conceito de psicopata, passando pela história, relatando alguns tipos de transtornos de personalidade e quando e como surgiu a origem da psicopatia e como as pessoas que possuíam este transtorno eram tratadas na antiguidade. Em seguida, foi explanado o que vem a ser a culpabilidade, de que forma se dá a sua aplicação, passando pela imputabilidade, inimputabilidade se atendo ao artigo 26 § único do Código Penal Brasileiro. Seguindo-se a isto, chegou ao instituto da medida de segurança, através de seu conceito, pressupostos e modalidades, abrangendo a aplicação, prazo e cessação da periculosidade, cabendo ainda ressaltar sobre os laudos periciais. Por último, foram relatados casos concretos que envolvem pessoas que possuem um tipo de transtorno de personalidade, sendo descritos de forma sucinta de como eles são vistos perante a justiça e a sociedade. Encerrando o estudo, chega-se à conclusão de que tais indivíduos não sejam eles anistiados com o beneplácito da semi-imputabilidade, prevista no artigo 26, § único do Código Penal Brasileiro. Pois o que se percebe, com a recente pesquisa, é que o benefício da imputabilidade penal diminuída, conferida a esses agentes que não têm plena capacidade mental, é injusta, pelo fato de que algumas pessoas podem ficar na cadeia por muito tempo, enquanto estes que recorrerem para a psiquiatria poderão estar fora dos estabelecimentos hospitalares, se for o caso, num prazo de três anos, pela benevolência das leis que os protegem. Com isso, endossa, o presente trabalho, que a prisão ou qualquer outra sanção penal é mais honesta, mais justa, menos discriminatória socialmente, que a sanção psiquiátrica.

    3. A noção de "comportamento" na Filosofia de Merleau-Ponty The notion of "behavior" in the philosophy of Merleau-Ponty

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Reinaldo Furlan

      2000-12-01

      Full Text Available O objetivo deste trabalho é apresentar a noção de comportamento baseado na obra "A Estrutura do Comportamento", de Merleau-Ponty. A noção de estrutura desempenha um duplo papel nesta obra: permite compreender a integração e as rupturas entre as diferentes ordens de fenômenos (físico, vital e humano, bem como apreender a consciência em situação, como emergência de sentido anterior à consciência de si e do mundo. Destaca-se a passagem da ordem vital para a ordem simbólica ou humana e a crítica de Merleau-Ponty a Bergson, que teria biologizado o fenômeno da cultura humana.The objetive of the present work is to present the notion of behavior with basis on Merleau-Ponty's of "The Structure of Behavior". The notion of structure plays a double role in that work: it allows understanding both the integration and the ruptures between the different order of phenomena (physical, vital and human, as well as apprehending conscience in situation, as the emergence of a sense anterior to the conscience of self and of the world. The passage from vital order to symbolic or human order, and Merleau-Ponty's criticism to Bergson, who would have biologized the phenomenon of human culture, are highlighted.

    4. A MÚSICA DE ARNOLD SCHOENBERG E SUAS RESSONÂNCIAS NA FILOSOFIA DE LUDWIG WITTGENSTEIN. (Dossiê: Música, Linguagem e Sociedade

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ronaldo Cadeu de Oliveira

      2016-09-01

      Full Text Available Resumo. O presente artigo aborda como as características peculiares existentes na cultura vienense no fim do século XIX fizeram com que muitos artistas e intelectuais, incluindo Schoenberg e Wittgenstein, se auto-influenciassem em um processo que culminou uma crítica radical da linguagem e da sociedade. Palavras Chave: Schoenberg, Wittgenstein, Música no Século XX, Crítica da Linguagem, Música e Linguagem, História da Música no Século XX. Abstract. In this article the author describes how some peculiar characteristics common on Viennese society at the end of the nineteenth century lead to a mutual interest in the artistical and intellectual métier about the necessity of promoting a radical critique of language and also a critique of their society. Keywords: Schoenberg, Wittgenstein, Twentieth Century Music, Critique of Language, Music and Language, Twentieth Century Music History.Recebido em: 06/06/2016  – Aceito em 18/07/2016

    5. A avaliação em Filosofia

      OpenAIRE

      2010-01-01

      Este trabalho pretende abordar a relaçáo entre ensino e avaliaçáo em filosofia, pois é preciso que deixemos de tratar as questões relativas a essa relaçáo no nível do senso comum.Tomando-se como referência a célebre frase de Kant, mas náo sua conclusáo e sim o texto que se encontra entre parênteses “a náo ser historicamente” entendemos que é possível, além de filosofar, ensinar história da filosofia, na educaçáo básica e no ensino superior. Por outro lado, é preciso aproveitar, criticamente, ...

    6. Berkeley e o papel das hipóteses na filosofia natural Berkeley and the role of hypothesis in natural philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Silvio Seno Chibeni

      2010-09-01

      Full Text Available A questão do estatuto epistemológico das hipóteses que postulam entes e mecanismos inobserváveis tornou-se proeminente com o advento da ciência moderna, no século XVII. Uma das razões para isso é que, por um lado, as novas teorias científicas passaram a empregá-las amplamente na explicação dos fenômenos naturais, enquanto que, por outro lado, a epistemologia empirista, geralmente adotada desde então para a análise da ciência, parecia proscrever seu uso. Neste artigo analisam-se as soluções propostas por George Berkeley para essa tensão. Mostra-se que nos Princípios do conhecimento humano ele introduz uma nova noção de explicação científica, segundo a qual a ciência poderia prescindir de hipóteses sobre inobserváveis, quaisquer que sejam. Depois, para acomodar epistemologicamente a mecânica newtoniana, ele propõe, no De motu, a interpretação instrumentalista das hipóteses sobre forças, que são centrais nessa teoria, considerada por ele "a melhor chave para a ciência natural". Finalmente, em sua obra tardia, Siris, Berkeley envolve-se, de forma aparentemente realista, na discussão e defesa de uma série de hipóteses sobre fluidos inobserváveis. Examina-se brevemente, no final do artigo, a possibilidade de conciliar essa posição com os princípios fundamentais da epistemologia e metafísica de Berkeley.The issue of the epistemological status of hypotheses postulating unobservable entities became prominent with the advent of modern science, in the 17th century. The basic reason is that such entities were widely employed by the new scientific theories in the explanation and prediction of natural phenomena, whereas empiricist epistemology, which at that time became very popular among philosophers and scientists, formed a clearly inhospitable background for unobservable elements in general. This paper examines the stands adopted, and the proposals made on this topic by George Berkeley, one of the most important

    7. filosofia antes dos gregos?

      OpenAIRE

      Mesquita, Antônio Pedro

      2014-01-01

      Circunscrever de modo consensual e rigoroso aquilo a que se convencionou chamar “filosofia antiga” não é tarefa que levante dificuldade.Com efeito, se encararmos este conceito de um ponto de vista histórico, imediatamente se perfila um determinado quadro temporal, decorrendo grosso modo entre os séculos VII a.C. e VI d.C., mediando a emergência da primeira especulação em moldes filosóficos, com Tales de Mileto, e os últimos testemunhos de um pensamento especificamente grego ou “pagão”, com o ...

    8. Il senso della filosofia morale

      OpenAIRE

      Callegaro, Francesco

      2013-01-01

      In this paper I discuss the theoretical core of R. Fanciullacci’s extremely ambitious book, L’esperienza etica. Per una filosofia delle cose umane, whose central aim is to reestablish moral philosophy as a discourse capable of answering to the practical questions of human beings. After a presentation of Fanciullacci’s highly original reading of Aristotle’s Ethics, I focus on his attempt to define the relation between theory and practice, through the formulation of a three level scheme, system...

    9. DESAFIOS E POTENCIALIDADES: O ENSINO DE FILOSOFIA NO CENÁRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILEIRA

      OpenAIRE

      Alves, Marcos Alexandre

      2014-01-01

      O texto versa sobre alguns desafios encontrados no ensino da disciplina de Filosofia no cenário da educação básica brasileira. Aborda questões levantadas por pesquisadores nesta área que são corroboradas por experiência própria na docência em Filosofia. O objetivo aqui é refletir sobre as dificuldades encontradas no sentido de buscar conciliar a especificidade da Filosofia enquanto área do saber e a complexidade de seu ensino no nível médio. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, agregada co...

    10. Por que rir da Filosofia Política?: Abertura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Lessa Renato

      1998-01-01

      Full Text Available As diferentes intervenções que compuseram este debate têm como referência comum uma reflexão sobre os lugares da Filosofia Política na tradição disciplinar que designamos como Ciência Política. Recusando a perspectiva que dissocia a Filosofia Política da dimensão empiricamente orientada da disciplina, os argumentos apresentados destacam o papel de fertilização de formas de vida cumprido pela primeira. A agenda dos pesquisadores devotados à boa faina da investigação empírica foi, e segue sendo, em grande medida definida e configurada por exercícios prévios de invenção social e política e por decisões de ordem ontológica, epistemológica e retórica. Neste sentido, a distinção entre ciência e filosofia é, além de obscurantista e marcada por enorme otimismo epistemológico, sintoma de um desconhecimento forte com relação à história do conhecimento político.

    11. Investigando o desconhecido: filosofia da ciência e investigação de fenômenos "anômalos" na psiquiatria Remarks on the scientific exploration of "anomalous" psychiatric phenomena

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Silvio Seno Chibeni

      2007-01-01

      Full Text Available CONTEXTO: A investigação de áreas controversas, como a das relações entre espiritualidade e saúde, levanta uma série de questões sobre a prática científica que, se ignoradas, podem comprometer o desenvolvimento adequado das pesquisas. OBJETIVOS: Apresentar brevemente alguns temas de filosofia da ciência que podem contribuir na investigação de aspectos pouco explorados da realidade. MÉTODOS: Com base na descrição simplificada dos conceitos de paradigma, ciência normal e revolução científica, descritos por Thomas Kuhn, são propostos alguns critérios de avaliação de hipóteses científicas e algumas diretrizes epistemológicas para a exploração científica de novas áreas. RESULTADOS: A investigação científica deve se basear em hipóteses falseáveis, abrangentes, simples, com adequação empírica, predições experimentais precisas, integração e hierarquização teórica, bem como capacidade de predição de fenômenos de tipos novos. Nessa exploração, deve-se manter uma abertura para a investigação de fenômenos anômalos, busca de um referencial teórico que oriente as pesquisas, cuidado com a rejeição dogmática ou a aceitação precipitada de hipóteses e, no julgamento de uma hipótese, não conferir valor excessivo ao contexto que a gerou ou à autoridade das pessoas que a professam ou rejeitam. CONCLUSÕES: Para que possa produzir avanços significativos, a investigação de áreas controversas e/ou pouco exploradas cientificamente requer habilidades e conhecimentos específicos sobre a natureza da atividade científica, especialmente quanto ao que Kuhn chamou de "ciência extraordinária" (em contraste com a "ciência normal".BACKGROUND: Scientific research on controversial subjects, such as spirituality-and-health, raises several issues about scientific activity that should be properly clarified for an adequate conduction of the investigations. OBJECTIVES: To highlight some topics of philosophy of

    12. Pessoa & Nietzche: arte e filosofia, filosofia e arte

      OpenAIRE

      Cláudia Franco Souza

      2011-01-01

      Resumo: Neste trabalho, empreende-se uma aproximação entre o pensamento filosófico de Nietzsche e a poesia (bem como a vida) de Fernando Pessoa. Através de uma leitura de “Palavras de Pórtico” (de Pessoa) pela lente nietzschiana, bem como de reflexões sobre as idéias do filósofo alemão, estabelece-se um diálogo entre o filósofo/poeta (Nietzsche) e o poeta/filósofo (Pessoa).Palavras-chave: Friedrich Nietzsche; Fernando Pessoa; filosofia; poesia.Résumé: Dans ce travail, une approche est entrepr...

    13. "O Primeiro Beijo": sobre a Origem da Filosofia nos Fichte-Studien de Novalis

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernando Manuel Ferreira da Silva

      2016-06-01

      Full Text Available RESUMO: Fruto de longa maturação filosófica desde a sua estada em Jena, e instado a isso pelas influências de Karl L. Reinhold e Johann G. Fichte, o poeta Novalis produz, a partir do outono de 1795, um conjunto de anotações fragmentárias sobre a filosofia de Fichte, hoje conhecidas como Fichte-Studien. De entre os importantes temas aí abordados, um revela-se particularmente interessante: o tema do estatuto da Filosofia no seio do problema da autocompreensão do Eu -, e mais concretamente, o necessário pensar da filosofia sobre si própria, as alterações que no processo têm de sobrevir à própria filosofia e a repercussão disto na compreensão de si próprio do Eu. Nesta senda, o seguinte ensaio propõe-se mostrar como, para Novalis, a filosofia é o natural pensar do homem, e como para além disto é a própria filosofia, com o decorrer do seu pensamento sobre si própria, que molda o curso da compreensão de si próprio do Eu: quer tendo com o Eu uma origem comum, nascendo com ele, lançando-o para o mundo e cindindo a união originária em que ele de outro modo sempre estaria, quer, por fim, afirmando-se como carência deste, ou como algo por que o Eu e a própria filosofia têm de passar no seu curso, para que possam experienciar a perda, e almejar à recuperação dessa origem.

    14. Por uma ontologia do consumo: entre a filosofia e a publicidade

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Guilherme Nery Atem

      2012-06-01

      Full Text Available O artigo busca mapear o fundamento ontológico pressuposto na cultura do consumo e na publicidade contemporâneas. Partimos das três ontologias reconhecidas pela História da Filosofia – equivocidade, analogia e univocidade do ser – para, em seguida, explorar a vertente univocista e repensá-la a partir da publicidade e da sua participação na atual cultura do consumo.

    15. Por uma ontologia do consumo: entre a filosofia e a publicidade

      OpenAIRE

      Guilherme Nery Atem

      2012-01-01

      O artigo busca mapear o fundamento ontológico pressuposto na cultura do consumo e na publicidade contemporâneas. Partimos das três ontologias reconhecidas pela História da Filosofia – equivocidade, analogia e univocidade do ser – para, em seguida, explorar a vertente univocista e repensá-la a partir da publicidade e da sua participação na atual cultura do consumo.

    16. I "Sistemi di Filosofia Fenomenologica" - traduzione italiana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Edmund Husserl

      2015-03-01

      Full Text Available Vengono qui presentate le bozze di tre piani per una sistematica di filosofia fenomenologica. Il primo è di Husserl, delineato nel 1921 con il titolo “Articolazione di una fenomenologia sistematica”. Il secondo e il terzo sono le traduzioni, rispettivamente di un progetto husserliano databile al 1930 e denominato “Sistema di filosofia fenomenologica” e di una bozza dello stesso rivista successivamente da Eugen Fink.

    17. I "Sistemi di Filosofia Fenomenologica" - traduzione italiana

      OpenAIRE

      Edmund Husserl; Gaetano Iaia

      2015-01-01

      Vengono qui presentate le bozze di tre piani per una sistematica di filosofia fenomenologica. Il primo è di Husserl, delineato nel 1921 con il titolo “Articolazione di una fenomenologia sistematica”. Il secondo e il terzo sono le traduzioni, rispettivamente di un progetto husserliano databile al 1930 e denominato “Sistema di filosofia fenomenologica” e di una bozza dello stesso rivista successivamente da Eugen Fink.

    18. Pessoa & Nietzche: arte e filosofia, filosofia e arte

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cláudia Franco Souza

      2011-10-01

      Full Text Available Resumo: Neste trabalho, empreende-se uma aproximação entre o pensamento filosófico de Nietzsche e a poesia (bem como a vida de Fernando Pessoa. Através de uma leitura de “Palavras de Pórtico” (de Pessoa pela lente nietzschiana, bem como de reflexões sobre as idéias do filósofo alemão, estabelece-se um diálogo entre o filósofo/poeta (Nietzsche e o poeta/filósofo (Pessoa.Palavras-chave: Friedrich Nietzsche; Fernando Pessoa; filosofia; poesia.Résumé: Dans ce travail, une approche est entreprise entre la pensée philosophique de Nietzsche et la poésie (et la vie de Fernando Pessoa. À partir d'une lecture de “Palavras de Pórtico” (de Pessoa, aussi bien que des réflexions sur les idées du philosophe allemand, un dialogue entre le philosophe/poèt (Nietzsche et le poèt/philosophe (personne est établi.Mots-clés: Friedrich Nietzsche; Fernando Pessoa; philosophie; poesie.Keywords: Friedrich Nietzsche; Fernando Pessoa; philosophy; poetry.

    19. A reply to the reviewer of "Totalitarismo, democrazia, etica pubblica. Scritti di filosofia morale, filosofia politica, etica"

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Federico Sollazzo

      2013-03-01

      Full Text Available The author's reply to Giorgio Baruchello's review of the book Federico Sollazzo, Totalitarismo, democrazia, etica pubblica. Scritti di filosofia morale, filosofia politica, etica (Rome: Aracne, 2011

    20. Filosofia crítica: da palavra ao martelo e do martelo ao tacape

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Filipe Ceppas

      2015-05-01

      Full Text Available Este texto procura repensar a noção tradicional de crítica, de pensamento autônomo e reflexivo, a partir dos pensamentos de Nietzsche e Oswald de Andrade. O texto procura associar a noção de crítica a uma certa “inocência guerreira” presente tanto na filosofia a golpe de martelos de Nieztsche, como na antropofagia oswaldiana.

    1. CONTRIBUIÇÕES DA FILOSOFIA PÓS-EMPIRISTA AO DEBATE TEÓRICO NA GEOGRAFIA (Contributions of the Post-empiricist Philosophy to Theoretical Debates in Geography)

      OpenAIRE

      2012-01-01

      Uma revisão a respeito do tratamento dado à noção de método científico pelos filósofos pós-empiristas do século XX, como também sobre os fundamentos das ciências humanas, segundo Michel Foucault, introduziu-nos no estudo dos princípios teóricos da Geografia. A partir da análise de textos de alguns dos principais teóricos, argumenta-se que os discursos geográficos modernos colocam-se, em geral, à margem dos debates promovidos no âmbito da história e da filosofia da ciência, durante o século XX...

    2. Filosofia e paradigma em Cícero

      OpenAIRE

      2002-01-01

      : Cícero é uma das poucas fontes críticas de textos do pensamento helenístico durante o período da Roma republicana. Ele atualiza a filosofia grega e, concomitantemente, reconhece a superioridade do direito romano. O espírito prático e guerreiro do povo romano afastava a filosofia, mas a emergência de novos problemas exigia reflexão. Nas disputas políticas e jurídicas, a retórica era um instrumento indispensável. O reaparecimento de estudos retóricos no século XX permitiu que alguns comentado...

    3. Agentes morais e a identidade da filosofia de Hume

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Flavio Williges

      2011-12-01

      Full Text Available A interpretação padrão da filosofia de Hume o apresenta como um cético radical acerca das pretensões da razão em fundamentar adequadamente nosso sistema de crenças e, ao mesmo tempo, como um naturalista que procurou sustentar que nossas crenças, embora racionalmente infundadas, não podem ser abandonadas na vida comum, em função da ação de sentimentos e impulsos naturais. Este trabalho pretende mostrar que o naturalismo de Hume pode e deve ser interpretado como uma metodologia de abordagem de conceitos filosóficos (ideias e crenças, no vocabulário de Hume que incorpora elementos irrefletidos da vida comum (como sentimentos e impulsos naturais e atribui a tais elementos o mesmo estatuto teórico que processos abstratos como raciocínios e argumentos. Uma filosofia que legitima mecanismos não-reflexivos no tratamento de problemas filosóficos é chamada por Hume de "filosofia verdadeira". Tal espécie de filosofia é incompatível com formas radicais de ceticismo, pois mecanismos irrefletidos que originam ideias são imunes à dúvida. Para exemplificar as teses aqui defendidas e tornar minha caracterização do naturalismo mais convincente, faço uma rápida descrição, ao final do artigo, da abordagem abrangente dos agentes morais por Hume.The standard interpretion of Hume's philosophy presents him both as a radical skeptic regarding rational claims about the adequate foundation of our belief system and as a naturalist who maintained that our beliefs (though rationally ungrounded cannot be given up in ordinary life, due to natural drives and sentiments. This paper purports to show that Hume's naturalism can and should be interpreted as a method for addessing philosophical concepts (ideas and beliefs,to use Hume's jargon that incorporates unreflected elements ofordinary life (such as natural sentiments and drives and assigns to them the same theoretical status that abstract processes such as reasons and arguments have. A

    4. A filosofia Romântica do trágico, ou a moderna ironia de Hamlet

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Duarte

      2014-09-01

      Full Text Available Este artigo apresenta a participação romântica no moderno nascimento de uma filosofia do trágico, destacando o valor da ironia como auto-reflexividade da arte nesse contexto e a peça Hamlet, de William Shakespeare, enquanto seu exemplo mais emblemático. Abstract: This article presents the romantic role in the modern birth of a philosophy of tragedy, highlighting the value of irony as self-reflexivity of art in this context, and the play Hamlet, by William Shakespeare, as its most emblematic example.Keywords: Romanticism; tragic; irony; reflection; Hamlet. Pedro Duarte é Mestre e Doutor em Filosofia pela PUC-Rio, onde atualmente é Professor na Graduação, na Pós-Graduação e na Especialização em Arte e Filosofia. É Professor Colaborador do Mestrado em Estética e Filosofia da Arte da UFF. Foi Professor Visitante nas universidades Brown (EUA e Södertörns (Suécia. É autor do livro Estio do tempo: Romantismo e estética moderna (Zahar. Prepara agora A palavra modernista, a ser publicado na coleção Modernismo+90 (Casa da Palavra. Ênfase de pesquisa em Estética, Filosofia Contemporânea, Cultura Brasileira e História da Filosofia. É membro dos grupos de trabalho em Estética e em Heidegger na ANPOF.

    5. Che cos’è la filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Chiara Pievatolo

      2011-09-01

      Full Text Available Ecco una risposta che arriva dagli antipodi, tramite il blog di John Wilkins: filosofia è quello che si fa quando i fatti non assicurano una soluzione. Wilkins usa tutta la ricchezza di riferimenti che ci può aspettare da una disciplina con una bibliografia millenaria. Ma la finezza della definizione sta nel suo carattere elementare: se [...

    6. A filosofia do ensino secundário como promotora da autonomia do discente

      OpenAIRE

      González, Gonzalo Miguel

      2014-01-01

      O objectivo principal deste relatório consiste em averiguar se a Filosofia no Ensino Secundário promove a autonomia do discente. A indagação apoia-se em dois pressupostos. Primeiro, na nossa actividade lectiva desenvolvida no ano lectivo de 2013/2014 na Escola Secundária de Miraflores. E, segundo, numa reflexão apoiada, sobretudo, na pedagogia vitalista de Ortega y Gasset e na introdução da aprendizagem não-formal como modo primordial para promover a autonomia do discente.

    7. A instituição imaginária da sociedade, de Cornélius Castoriadis: O que ela pode e o que ela não pode dizer em termos de relações internacionais na filosofia política moderna

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Donarte Nunes Santos Júnior

      2017-02-01

      Full Text Available Artigo que trata de apresentar e criticar parte do livro A instituição imaginária da sociedade, de Cornélius Castoriadis. Faz isso dentro de um contexto atual de crise econômica mundial e dentro da disciplina intitulada Relações Internacionais na Filosofia Política Moderna (1º semestre de 2012, ministrada pelos professores Agemir Bavaresco e Marcelo Gross Villanova (PUCRS. Neste contexto, o presente texto preocupa-se em responder a seguinte pergunta: o que pode a economia na política das relações internacionais?. Para chegar a uma resposta, as ideias castoriadianas são revistas e atualizadas, bem como a sua crítica a Hegel é criticada. No final, o autor conclui com a noção de que precisamente as ideias de autonomia e autogestão são as que ainda mais bem podem responder à interrogação supramencionada.

    8. As filosofias da história e a tese da secularização: a teologia cristã e as raízes da secularização na modernidade / The philosophies of history and the secularization thesis: Christian theology and the roots of secularization in modernity

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jose Carlos Aguiar de Souza

      2011-01-01

      Full Text Available ResumoAo negar a legitimidade da modernidade, Karl Löwith afirma que o surgimento das filosofias modernas da história são exemplos inequívocos de que os autores modernos simplesmente tomaram o padrão da escatologia cristã de forma secularizada. Ao contestar a tese de Löwith, Blumenberg afirma que a raiz da secularização na modernidade deve ser buscada na própria teologia cristã, sobretudo, com o conceito teológico de creatio ex nihilo: ao invés da secularização da escatologia o que houve foi uma secularização pela escatologia.AbstractKarl Löwith challenges the very foundations of the modern age with his thesis of secularization: the derivation of modern philosophies of history, with their celebration of progress, from Christianity. There are hidden theological presuppositions of modern historical consciousness, as exemplified by the thinkers of the 18th and 19th centuries. In other words, the secularization thesis reduces the modern age to a disguised version of Christian eschatology. Blumenberg’s outstanding work, The Legitimacy of the Modern Age, stands up to the underlying presuppositions of Löwith’s thesis. He introduces the concept of “secularization by eschatology” instead of “secularization of eschatology”.

    9. Situação atual da filosofia da religião

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Zilles, Urbano

      2006-01-01

      Full Text Available Este artigo examina problemas, conceitos e idéias em autores recentes, que tentam uma filosofia da religião. Conceituando Deus e religião, apresenta a crítica radical de Kant, Nietzsche e Freud, passando para o problema na sociedade pluralista. Analisa interpretações do cristianismo como a de F. Schleiermacher, R. Bultmann e P. Tillich. Finalmente, aborda a perspectiva fenomenológica e analítica da linguagem

    10. A filosofia da história no Doutor Fausto The philosophy of history in Doctor Faust

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Richard Miskolci

      1998-10-01

      Full Text Available Há uma "filosofia da história" implícita na obra de Thomas Mann. Este artigo pretende fornecer elementos para compreender esta filosofia que tem raízes em Schopenhauer e Nietzsche, mas que também deve muito às descobertas da psicanálise e ao aprofundado conhecimento de mitologia do escritor alemão.There is a "philosophy of history" in Thomas Mann's works. This article intends to give elements to the comprehension of this philosophy linked, since the beggining, to Schopenhauer and Nietzsche, but also related to psychoanalysis' discoveries and to Mann's profound knowledge of mythology.

    11. Cartografias e a formação de professores: o papel filosófico-pedagógico dos professores de filosofia

      OpenAIRE

      Flávio Carvalho

      2016-01-01

      Este texto resulta de investigação em desenvolvimento acerca do professor de Filosofia no Ensino Médio, abordando sua formação e sua atuação na educação de jovens estudantes. Aqui apresentamos um diagnóstico construído na primeira fase da investigação, no qual indicamos os principais problemas vinculados ao ensino de Filosofia e ao seu ator pedagógico, o professor. Na segunda fase da investigação, ainda em construção, sob a orientação da metodolo...

    12. O ENSINO DA FILOSOFIA COMO UMA TECNOLOGIA DE GOVERNAMENTALIDADE

      OpenAIRE

      de Oliveira, Liliana Souza

      2016-01-01

      * Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora de Filosofia no Instituto Federal Farroupilha-Campus São Vicente do Sul/RS.O ensino da filosofia como uma tecnologia de governamentalidadeResumo: O presente trabalho insere-se nas discussões sobre o ensino da Filosofia. Pretendo a partir de uma inspiração foucaultiana analisar as condições de emergência do discurso sobre a importância da Filosofia no vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e as ...

    13. Filosofia da diferença: apontamentos em torno da aprendizagem do pensamento em filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Américo Grisotto

      2012-06-01

      Full Text Available Aventurar-se no pensamento em filosofia não depende, a princípio, do uso necessário dos arsenais da razão. Antes, seria necessário lançar-se em seus domínios e ficar à espreita dos seus acontecimentos. Somente quando esses ocorrerem teremos como distinguir os que coincidem enormemente com o que já fazemos e pensamos, e os que trazem o novo. Talvez aí, de fato, algum empenho tenha sentido. Assim, ao me deparar com os escritos da filosofia da diferença, de maneira especial com os de Deleuze, Guattari e Foucault, foi possível deslocar a minha prática docente em filosofia dos moldes da filosofia maior e vislumbrar a filosofia em sua menoridade. Aliás, pelo inusitado dos acontecimentos que atravessam nossas salas de aula, penso que seja possível sugerir aos alunos que inventem suas próprias regras de fazer filosofia, segundo uma nova maneira de confecção, um novo estilo que lhes seja próprio, ou seja, que tomem os autores da história do pensamento como matéria de entretimento, por meio de novas composições que não aquelas que os textos filosóficos já oferecem; que selecionem autores que endossam aquilo em que pensam, fazendo uso intensivo deles; que traiam os autores, respeitando-os o máximo, sem reproduzi-los.

    14. O ensino e a pesquisa em história da educação brasileira na cadeira de Filosofia e História da Educação (1933-1962 - The teaching and the research on the history of the brazilian education in the subjects of Philosophy and History of Education (1933-1962

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Bruno Bontempi Júnior

      2011-04-01

      Full Text Available Resumo Este artigo apresenta a trajetória da cadeira de Filosofia e História da Educação, desde a sua constituição em 1933 até 1962, quando, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, o professor Laerte Ramos de Carvalho deu início às primeiras pesquisas acadêmicas em história da educação. Explora fatores "internos" e "externos" da história das disciplinas, tais como os perfis institucionais, as prescrições curriculares, as disputas ocorridas no mundo acadêmico e as relações entre as "disciplinas vizinhas", a fim de tecer uma rede de personagens e acontecimentos que confira à disciplina a sua "identidade histórica". Palavras-chave: história das disciplinas, filosofia e história da educação, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   THE TEACHING AND THE RESEARCH ON THE HISTORY OF THE BRAZILIAN EDUCATION IN THE SUBJECTS OF PHILOSOPHY AND HISTORY OF EDUACTION (1933-1962 Abstract This article presents the trajectory of the Cathedra of Philosophy and History of Education, since its constitution in 1933, until 1962, when, at the College of Philosophy, Sciences and Literature of the University of São Paulo, the professor Laerte Ramos de Carvalho commenced the very first academic researches on history of education. The article explores both "internal" and "external" factors in the history of disciplines, such as institutional profiles, prescriptions of the curriculum, struggles occurred in the academic world, and relationships between "neighbouring disciplines", in order to weave a net, made by characters and facts, that gives to the discipline its "historical identity". Keywords: history of disciplines, Philosophy and History of Education, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   LA ENSEÑANZA Y LA INVESTIGACIÓN EN HISTORIA DE LA EDUCACIÓN BRASILEÑA EN LA CÁTEDRA DE FILOSOFÍA Y HISTORIA DE LA EDUCACIÓN (1933- 1962 Resumen Este artículo presenta el camino de la c

    15. Reflexões sobre a filosofia e a cozinha

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Agueda Bernadete Bittencourt Uhle

      Full Text Available Este texto foi escrito buscando estudar, com base na memória biográfica, problemas específicos da realidade social, neste caso, o lugar da escola e da família na definição do destino profissional. Trata-se aqui da história de um chefe de cozinha, com formação universitária em filosofia e filho de família de tradicionais cozinheiros na rede hoteleira da região de São Paulo. Estão em estudo, neste trabalho, os hábitos da família, a formação profissional em escola técnica e a escola como espaço de socialização, desejos e sonhos individuais associados aos projetos familiares e as condições oferecidas pela sociedade em dado momento histórico. O estudo realiza também uma reflexão sobre a memória como fonte de pesquisa em sociologia da educação.

    16. A filosofia hermenêutica para uma jurisdição constitucional democrática: fundamentação/aplicação da norma jurídica na contemporaneidade The hermeneutics philosophy for democratic jurisdiction: validating/applying the legal rule in present days

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Valéria Ribas do Nascimento

      2009-06-01

      Full Text Available O percurso para o desenvolvimento do Estado Democrático de Direito inclui a valorização da jurisdição constitucional. É necessário o desvelar da materialidade dos direitos fundamentais presentes na carta fundamental, principalmente, em países com profundas desigualdades sociais, como é o caso do Brasil. Dessa forma, considerando o papel da hermenêutica, desenvolvem-se alguns apontamentos sobre teorias que envolvem a interpretação das normas jurídicas, até o desenvolvimento da filosofia heideggeriana-gadameriana, bem como a influência desses autores para o direito na contemporaneidade, de forma a evitar decisionismos e arbitrariedades. Posteriormente, sublinha-se a transformação operada na jurisdição com o surgimento do neoconstitucionalismo. Vale observar que a discussão em torno do debate entre as teorias discursivas/ argumentativas e a filosofia hermenêutica não pretende ser exaustiva, apenas traçar aspectos para auxiliar a busca pela resposta hermeneuticamente adequada ao caso concreto. Ainda que pesquisa indique a utilização de um método de abordagem dialético, opta-se por não se utilizar uma metodologia tradicional, já que os métodos fecham-se à realidade, bem como podem ser todos e nenhum ao mesmo tempo. Assim, entende-se que a fenomenologia hermenêutica é mais adequada aos objetivos deste artigo.The path towards the democratic Rule of Law's State includes the need for emphasis of constitutional law. It's necessary to remove the veil off of the fundamental rights present in the constitution, especially in countries with profound social inequalities, such as Brazil. Iis this manner, taking in consideration the role of hermeneutics, some notions that involve rule of law interpretation are developed, including the progress of the heidegerian-gadamerian philosophy, as well as the influence of these authors to contemporary law, as a way to avoid early decisions and arbitrariness. In sequence, the transformation

    17. Refúgio da liberdade: sobre o conceito de filosofia em Theodor Adorno = Refuge of freedom: about the concept of philosophy in Theodor Adorno

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Schütz, Rosalvo

      2012-01-01

      Full Text Available A concepção de filosofia formulada por Adorno foi impulsionada principalmente pela sua reação crítica a sistemas com pretensões totalitárias: nazismo, stalinismo e a sociedade produtora de mercadorias. A filosofia representa um refúgio para a liberdade diante dessas estruturas: ela dá voz ao não-idêntico. A capacidade de subverter os ordenamentos conceituais e sociais é implícita ao próprio pensamento, que se articula na forma de constelações em devir. A aproximação da dialética com o materialismo, concebido enquanto primazia do objeto, fortalece a filosofia na sua potencialidade crítica, na sua proximidade com a realidade e com a liberdade. Resulta daí uma filosofia renovada, simultaneamente aberta e comprometida com a verdade. A proposta deste artigo é apresentar a interdependência desses conceitos e apontar para a relevância da concepção de filosofia que deles emerge

    18. Benedetto Croce y La mia filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Lino Di Stefano

      2015-07-01

      Full Text Available El presente texto plantea algunas cuestiones sobre la colección de ensayos de Benedetto Croce La mia filosofia. Publicado en 1993, cincuenta años después de su redacción, la edición del texto es sin duda, como señala el editor Giuseppe Galasso, una magnífica ocasión para acercarse a unos textos hasta ahora inéditos en los que el pensador napolitano reflexiona sobre sí mismo al tiempo que para entresacar algunos de los rasgos de su propia producción filosófica.

    19. As contribuições d história e filosofia da ciência para ensino de física quântica na educação básica

      OpenAIRE

      Rocha, Tiago Ungericht

      2013-01-01

      Resumo: Neste trabalho apresentamos uma pesquisa sobre a abordagem histórico-filosófica da ciência para o ensino de Física Quântica na Educação Básica. O objetivo é analisar as possíveis contribuições propiciadas por esta abordagem para o ensino de conteúdos relacionados à Física Quântica no Ensino Médio. A metodologia empregada foi a da pesquisa qualitativa, na forma de um estudo de caso. Para tal, selecionamos uma turma de série final em um colégio estadual da região metropolitana de Curiti...

    20. A noção de esquema corporal na filosofia de Merleau-Ponty: análises em torno da Fenomenologia da percepção

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Danilo Saretta Verissimo

      2012-04-01

      Full Text Available Ao longo da obra de Merleau-Ponty, além de conceitos filosóficos e imagens do seu pensamento, evidenciam-se alguns dispositivos teórico-antropológicos que revelam sua aproximação com as ciências humanas. Este é o caso da noção de esquema corporal. Interessados em discutir o papel que o desenvolvimento crítico desse conceito possa ter desempenhado na passagem do primeiro momento da sua obra ao período em que o filósofo vê-se em condições de esboçar uma nova ontologia, no presente artigo estudamos a presença da noção de esquema corporal na Fenomenologia da percepção. Mostramos que, neste livro, Merleau-Ponty dessubstancializa a noção em questão, que, de núcleo cognitivo organizador da nossa experiência corporal, passa a expressão da permeabilidade das partes do nosso corpo umas em relação às outras, mas, igualmente, da permeabilidade do corpo em relação ao mundo e a outrem.

    1. De la filosofia crítica a la filosofia com a ciència estricta

      OpenAIRE

      Turró, Salvi, 1956-

      1999-01-01

      La transició de la "filosofia crítica" kantiana a la "doctrina de la ciencia" fichteana esta mediatitzada per Reinhold i la seva comprensió de la filosofia "com a ciència estricta". Mentre que en la perspectiva critica coexisteixen una exposició "arquitectònica" i una "cartogràfica" de la filosofia, Reinhold privilegia exclusivarnent la primera, amb la qual cosa cal que la doble territorialitat kantiana (natura, llibertat) es redueixi a un únic "fonament" (la consciència) bastint-se ...

    2. A filosofia e os anos 1960

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Duarte de Andrade

      2012-06-01

      Full Text Available O ensaio aponta a relação da filosofia com os anos 1960, tendo em vista os cruzamentos entre idéias então produzidas e aquele momento histórico. O método empregado alia interpretação histórica e interpretação filosófica, com destaque para alguns autores, como Herbert Marcuse e Michel Foucault. Conclui-se que o pensamento dos anos 1960 cunhou também uma concepção nova do que seria a própria atividade de interpretar, fatos ou idéias.

    3. Jeanne Hersch: una filosofia dei contorni

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Roberta De Monticelli

      2013-07-01

      Full Text Available A Si tracciano le linee fondamentali del pensiero di Jeanne Hersch (Ginevra, 1910-2000, che concepisce la filosofia come servizio anti-idolatrico nei confronti della trascendenza da un lato, e dall’altro come continua presa di coscienza dei gesti della libertà che fanno irriducibile al dato e insieme profondamente individuata, qui ed ora, la nostra vita. Si mostra come l’ontologia di questa pensatrice sia indissociabile dalla sua estetica, o piuttosto dalla sua teoria del fare umano quale partecipazione finita e incarnata alla creazione. Si mostra il nesso da lei particolarmente sottolineato fra consistenza morale personale e responsabilità del pensiero teorico, sulla base dell’esempio negativo di Heidegger, sostenitore del nazismo. Si discute la netta presa di posizione che Jeanne Hersch assume contro le seduzioni e le liturgie verbali del suo pensiero incantatorio, irresponsabile nei confronti della verità e “radicato nel disprezzo”.

    4. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 1. Final 1docx

      African Journals Online (AJOL)

      JONATHAN

      Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 223. IDEA OF ... From origin, man has ... the fundamental reason for forming the African numerals is the ... In the idea of African philosophy of mathematics integers.

    5. A FILOSOFIA DA HISTÓRIA KANTIANA E A EDUCAÇÃO

      OpenAIRE

      Alonso Bezerra de Carvalho

      2011-01-01

      Kant é conhecido como um dos mais importantes filósofos do “século das luzes”, que define apropriadamente o significado filosófico, político, espiritual, religioso, cultural e histórico do espírito de sua época. Apresento uma leitura reflexiva sobre alguns de seus textos que marcam a história da filosofia moderna, cujo conteúdo contribuiu na formulação de uma nova concepção de mundo e de homem. Para Kant, ao orientar o educando à humanidade, no trato com os outros, isto é, aos sentimentos cos...

    6. Filosofia política hoje: democracia para além dos partidos?

      OpenAIRE

      Velasco, Sirio Lopez

      2005-01-01

      O texto discute os limites da democracia representativa, sobretudo a limitação dos partidos políticos como determinantes dos processos eleitorais. Constrói uma reflexão de filosofia política que se estriba na situação atual do Brasil pós-advento da crise política vivenciada pelo governo Lula. Retoma conceitos chaves da proposta ética e política do autor (apresentada em suas publicações referidas), à luz dos desafios situacionais.

    7. Pensar arriscado: a relação entre filosofia e educação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Nadja Hermann

      2015-03-01

      Full Text Available Este trabalho foi produzido no âmbito de uma sessão especial da Associação Nacional de Pós-graduação em Educação (ANPEd a respeito das relações entre a filosofia, a história, a psicologia e a sociologia da educação. Discute, primeiramente, a relação de familiaridade da filosofia com a educação, apontando seu vínculo originário, iniciado no mundo grego, sob a rubrica de fundamentos da educação, para, então, explicitar um movimento de afastamento provocado pela cientificização da pedagogia. Com o avanço dos processos de modernização e o êxito do conhecimento científico, a área dos fundamentos sofreu os impactos da racionalidade científica, sendo os resultados cada vez mais incontestáveis e que destituem o saber metafísico. Tal impacto, contudo, não desautorizou a despedida da filosofia, mas provocou uma mudança conceitual e de seu papel na relação com a educação e a cultura. A área então assume uma posição mais humilde diante das ciências e de outras expressões simbólicas, dialogando e interpretando os paradoxos e as tensões geradas pelas nossas relações com o mundo. A partir dessa abordagem, o artigo encaminha duas sugestões para a relação entre filosofia e educação. A primeira, apoiada na hermenêutica de Hans-Georg Gadamer e na racionalidade transversal de Wolfgang Welsch, retoma a perspectiva dos novos diálogos científicos, chamados de interdisciplinaridade, como um modo de superar os limites da especialização e de atender a complexidade das questões educacionais. Na segunda sugestão, indica-se a posição de Hans Ulrich Gumbrecht a respeito da relevância das humanidades para desenvolver um pensamento arriscado, capaz de produzir complexidades nas análises que iluminem as questões educacionais.

    8. Por uma nova abordagem da interface ciência/sociedade: a tarefa da filosofia da ciência no contexto dos science studies

      OpenAIRE

      André Luís De Oliveira Mendonça

      2008-01-01

      Com esta tese, eu examino a relação entre ciência e sociedade a partir das novas discussões no interior da filosofia da ciência, suscitadas, em grande parte, pelos trabalhos empíricos produzidos pelos science studies. Trata-se de uma abordagem temática, na qual eu discorro sobre as principais teses dos profissionais mais renomados e autorizados de escrita inglesa nas áreas de história da ciência, sociologia da ciência e filosofia da ciência, tais como Thomas Kuhn, Paul Feyerabend, David Bloor...

    9. Ensino de Filosofia em espaços não formais: notas de uma experiência

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Silmara Cristiane Pinto

      2015-11-01

      Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644415857Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados do projeto de extensão “Ensino de filosofia em espaços não formais”, explicitando basicamente os processos de sua execução em termos práticos tanto quanto os desdobramentos filosóficos de seu transcorrer. Em princípio a ideia geral do projeto consistiu em criar um espaço dedicado às possibilidades de experiência com o filosofar que produzisse aos participantes um modo de relação com a filosofia diferente daquele estabelecido em ambientes formais como, por exemplo, a instituição escolar. Devido às experiências anteriores no que se refere ao ensino de filosofia demarcado pelas formalidades institucionais, procuramos transbordar esses espaços convertendo o ensino clássico em uma dimensão dialógica de aprendizagem e de criação de novos espaços de pensamento. Respaldados pelas contribuições filosóficas de Gilles Deleuze e Jacques Rancière, procuramos desterritorializar o ensino da filosofia de sua tradição histórica, afirmando-o eventualmente nas potencialidades criativas do pensar, na contingência das afecções, no encontro com os signos. Em síntese, a escrita deste texto nos permite explorar algumas implicações daquilo que projetamos e do que vivenciamos doravante nossa própria construção de sentido acerca do ensinar e do aprender filosofia, principalmente do que significa pensar filosoficamente.

    10. Castoriadis: uma filosofia para a educação Castoriadis: philosophy for education

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Lílian do Valle

      2008-08-01

      Full Text Available Há muitos tipos de filosofia, muitos estilos de praticá-la e muitas razões pelas quais a convocamos, quando se trata de falar das coisas humanas. No livro I da Ética a Nicômaco, Aristóteles afirma - contra o que fora, durante toda a existência, o principal objeto de busca de seu mestre - que a investigação que lhe interessa é aquela que trata do que é acessível e praticável pelos humanos. Ora, esse tipo de filosofia, que me parece ser a única digna da educação, é definitivamente a que praticou Cornelius Castoriadis. Assim, a filosofia foi insistentemente descrita, na obra do autor, como interrogação aberta e incessante, que nada tem de fútil exercício de especulação, na medida em que concerne fundamentalmente à atividade de criação, por parte de cada humano, dos sentidos que fazem existir seu mundo próprio - e que, portanto, concerne igualmente aos sentidos que edificam a vida comum.There are many kinds of philosophy, many styles of practicing it, and many reasons fort taking it when it comes to talking about human things. In book I of The Nicomachean Ethics, Aristotle affirms that the inquiry that interests him is what is accessible and practicable to human beings. This kind of philosophy, that seems to be the only one that is worth the field of education, is definitively the one practiced by Cornelius Castoriadis. Thus, philosophy was insistently described, in his works, as open and nonstop questioning that is not considered as useless exercises of speculation, because it basically concerns the activity of creation, by each human being, of the meanings that make his/her own world exist, and is, therefore, equally related to the meanings that build up common life.

    11. O pensamento político de Hegel à luz de sua filosofia do direito

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Wellington Trotta

      2009-02-01

      Full Text Available O objetivo deste trabalho é analisar o pensamento político de Hegel a partir de sua "Filosofia do Direito", apresentando uma exposição sistemática daquilo que o autor compreendeu por filosofia, na qual a política é uma conseqüência inevitável, já que o seu sistema teórico privilegia a unidade lógica. Utilizei, na elaboração do presente texto, um critério muito simples: apresentar o pensamento político hegeliano à luz do seu próprio tempo, levando em consideração as dificuldades normais que todos sentem na expressão de idéias universais a partir de experiências singulares. Com isso, desejo assinalar que, embora Hegel tenha pensado o Estado dentro da perspectiva do universal concreto, seu olhar é prussiano e voltado aos problemas da unidade alemã. O artigo está dividido em duas partes. A primeira é uma exposição do conteúdo filosófico do autor, ao passo que a segunda parte procura fazer um estudo sistemático do seu pensamento político, tendo por limite sua "Filosofia do Direito". Essa sistematização é compreensível, já que, originalmente, o presente texto fazia parte de minha Dissertação de Mestrado, em que pude fazer uma relação entre Hegel e o pensamento de Marx em 1843, tal como expresso em "Crítica da Filosofia do Direito de Hegel". Ao final, como conclusão, argumento que, mesmo sendo relevante o conjunto das críticas de Marx, o pensamento hegeliano parece retratar não só o Estado moderno, mas também o contemporâneo, sobretudo o dos últimos trinta anos, em que cada vez mais o poder Legislativo perde, por motivos diversos, o seu papel de legislar, sendo substituído pelo poder Executivo, ao qual cabe o incremento do universal no seio das particularidades.

    12. A conquista da felicidade via filosofia: o exemplo de Boécio

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Idalgo José Sangalli

      2014-12-01

      Full Text Available A análise visa a uma reflexão sobre ética e educação na obra De consolatione philosophiae, de Boécio. A partir da posição e atitude filosófica e de uma breve exposição geral do trabalho, procura-se compreender o processo boeciano de busca da felicidade, exposto no Livro III. No diálogo entre a Filosofia e Boécio, é retomada a ideia de que todos os homens desejam alcançar o bem final identificado como felicidade. Perdidos na multiplicidade fragmentada dos bens exteriores das paixões, os homens devem procurar, pelo caminho da filosofia e sem apelo à religião, o bem único e verdadeiro: Deus. A reflexão mostra o itinerário da vida humana e a necessidade de cada pessoa em "aprender a viver" uma vida ética, libertando-se das paixões do corpo que adoecem a alma.

    13. A FILOSOFIA DA HISTÓRIA KANTIANA E A EDUCAÇÃO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alonso Bezerra de Carvalho

      2011-07-01

      Full Text Available Kant é conhecido como um dos mais importantes filósofos do “século das luzes”, que define apropriadamente o significado filosófico, político, espiritual, religioso, cultural e histórico do espírito de sua época. Apresento uma leitura reflexiva sobre alguns de seus textos que marcam a história da filosofia moderna, cujo conteúdo contribuiu na formulação de uma nova concepção de mundo e de homem. Para Kant, ao orientar o educando à humanidade, no trato com os outros, isto é, aos sentimentos cosmopolitas, convém também orientá-los a dar pouco valor ao gozo dos prazeres da vida. Na filosofia da educação kantiana, o ato pedagógico deve garantir que os interesses do homem estejam voltados a si próprio, àqueles que os cercam e, enfim, ao bem universal.

    14. Sobre o significado e a legitimidade transcendental dos conceitos de precisão, interesse, esperança e crença na filosofia kantiana = On the meaning and legitimacy of the transcendental concepts of need, interest, hope and belief in Kant’s philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Klein, Joel Thiago

      2014-01-01

      Full Text Available Este trabalho apresenta uma interpretação abrangente e sistemática do significado e da legitimidade dos conceitos de precisão (Bedürfnis, interesse (Interesse, esperança (Hoffnung e crença (Glaube no interior da filosofia kantiana. A análise desses conceitos está diretamente vinculada à discussão acerca da natureza da razão prática pura, da legitimidade do conceito de sumo bem e da unidade arquitetônica da razão. Defende-se que tanto os conceitos de precisão e interesse, assim como os conceitos de crença e esperança possuem legitimidade transcendental e concordam com as bases da filosofia crítica

    15. Portal Brasileiro de Filosofia e Filosofia da Educação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      2001-01-01

      Full Text Available Este Portal Electrónico de Filosofía Brasileña, nace por iniciativa propia de profesores de Brasil y del extranjero. Su principal objetivo es el desarrollo de la filosofía y de su enseñanza, así como de la filosofía de la educación y áreas conexas, extendiendo el espacio de influencia de la lengua portuguesa a través del mundo virtual filosófico más allá de sus fronteras naturales. Se busca tener acceso en Brasil, y en otros países de lengua portuguesa, a través de su home page, a traducciones de textos de gran actualidad, lista de discusiones, transferencias de archivos de la Enciclopedia Electrónica, del suplemento cultural Signos en Rotación publicado por el diario La Verdad (Maracaibo-Venezuela. El Portal sirve de plataforma para el desarrollo de cursos virtuales en varios campos de la filosofía, de común acuerdo con universidades públicas o particulares que manifiesten su interés en este programa. Por otra parte, el Portal aloja al GT-Pragmatismo da Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia (ANPOF, y dentro de éste, al Grupo de Estudos em Pragmatismo e Filosofia Americana (GEP-PFA.

    16. C.G. Jung come precursore di una filosofia per l'anima

      OpenAIRE

      Madera, R.

      2007-01-01

      In una delle accezioni di filosofia per Jung è contenuta una idea della filosofia come modo di vivere: questa intuizione fa di Jung un precursore della riscoperta della filosofia come stile di vita e, insieme, trasforma la psicologia analitica in un primo passo per la riapertura di una via sapienziale propria dell'Occidente

    17. O papel do cinema no ensino de filosofia

      OpenAIRE

      2014-01-01

      Relatório de estágio de mestrado em Ensino de Filosofia no Ensino Secundário O presente Relatório de Estágio pretende ser um registo e uma avaliação da implementação, nas aulas de filosofia da turma do 10ºAV1 da Escola Secundária Martins Sarmento, em Guimarães, do Plano de Intervenção Pedagógica intitulado “O papel do cinema no ensino de filosofia”, concebido no âmbito do estágio profissional do curso de Mestrado em Ensino de Filosofia no Ensino Secundário, da Universidade do M...

    18. Filosofia em metáforas: entre relativismo e dogmatismo

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rosalvo Schütz

      2015-01-01

      Full Text Available A filosofia não pode abdicar da verdade sob risco de cair no relativismo absoluto. Mas também não pode pretender afirmar verdades absolutas sob risco de aniquilar a própria vitalidade do pensamento, sucumbindo ao dogmatismo. Seria preciso, pois, desenvolver uma concepção de filosofia que, simultaneamente, seja capaz de estar em busca da verdade, mas que também se permita ser constantemente renovada pelo mundo. Defendemos a tese de que através de algumas metáforas utilizadas ao longo da história da filosofia se torna possível visualizar uma concepção adequada para este fim.

    19. Uma Breve Introdução à Filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Marcos Alexandre Alves

      2011-12-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2011v10n1p157Objetiva-se, no presente texto, apresentar as teses centrais do livro “Uma breve introdução à filosofia”, de autoria do prof. Ernildo Stein. Entende-se que suas análises acerca da importância do ato de filosofar, no mundo atual, configuram-se como uma espécie de “iniciação” à Filosofia, fugindo de todos os modelos tradicionais, notadamente, pensados em compêndios ou em manuais de história da filosofia.

    20. Filosofia da ciência e ensino da ciência: uma analogia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alberto Villani

      2001-01-01

      Full Text Available Neste trabalho, inicialmente explicitaremos nossa compreensão do debate entre Kuhn, Popper, Lakatos e Feyerabend na Conferencia Internacional sobre Filosofia da Ciência (1965, delineando as diferenças nas posições de nossos filósofos. Em seguida apresentaremos um quadro das posições sobre o ensino de ciências, assim como nos parecem caracterizar os último 30 anos de pesquisas na área. Finalmente tentaremos uma aproximação dos dois campos, procurando salientar as implicações que a problemática filosófica teve e tem para uma maior compreensão do ensino de ciências e matemática.

    1. FILOSOFIA COMO ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO MORAL

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      CHICOTE, Irlandina de Paula Macedo

      2003-11-01

      Full Text Available This present article aims to observe and to identify how. Ethies and Civic Education are beingbuilt in the daily teaching process, specially by the teaching of Philosophy. The goal of this article is to analise a4 th grade class of a private high school from Ituverava. The teaching of Pilosophy in a classroom with childrenaged from 9 to 10 years old has brought significant results when teaching and exercising the investigativedialoque. This citzenship practice is developed by comprehension and cooperation throughout a contextualized work.O presente artigo tem por objetivo observar e identificar como a ética e a educação moral estãosendo construídas no cotidiano escolar, especialmente pelo ensino de filosofia. Tem como objeto de análise uma4 º série, de uma escola particular na cidade de Ituverava. O trabalho de filosofia em sala de aula com crianças de9 a 10 anos trouxe resultados significados ao ensinar e exercitar o diálogo investigativo. Essa prática dacidadania se desenvolve por meio da compreensão e cooperação, através de um trabalho contextualizado.

    2. O ensino de Filosofia e discernimento no mundo contemporâneo: questões atuais

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alexandre Filordi de Carvalho

      2015-01-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644416517O objetivo do artigo é o desenvolver a ideia de que é preciso investir no ensino de Filosofia como ferramenta de produção de discernimento. A hipótese é a de que o discernimento seria a capacidade elementar que se aprende para poder agir com o pensamento, com as ações e as atitudes para consigo mesmo e para com o mundo. Para tanto, o texto elege três níveis de questões atuais que desafiam o discernimento pelo o aprendizado da Filosofia: a experiência dos sujeitos com a sociedade capitalística e de consumo, a homogeneização das potencialidades subjetivas e, por fim, a colonização do sentimento de impotência na transformação da própria realidade social. O pensamento de Deleuze e Guattari são convocados como fundo analítico desta proposta.

    3. A filosofia concreta de Alexandre Kojève e a teoria do imaginário de Jacques Lacan

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Léa Silveira Sales

      2002-01-01

      Full Text Available O interesse de Lacan pela dialética não cai sobre o idealismo hegeliano. O que lhe atrai é a especificidade da leitura kojèviana na medida em que promove uma antropologização da Fenomenologia do Espírito. Com essa leitura, o idealismo absoluto de Hegel transforma-se numa filosofia concreta. Uma vez que foi essa a filosofia a influenciar a produção teórica de Lacan, os objetivos desse artigo são realizar uma sua exposição geral e apontar alguns importantes momentos do cruzamento entre antropogênese dialética e discurso lacaniano, ressaltando especialmente três segmentos: o que Lacan retoma de Kojève para a sua teoria do imaginário, em que pontos afasta-se dele e a influência dessa filosofia no movimento de transição do imaginário ao simbólico.

    4. Las bases biopsicológicas de la imputabilidad en la conducta impulsiva The biopsychological bases of criminal responsibility in impulsive behaviour

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      A. Villarejo Ramos

      2012-06-01

      Full Text Available Un repaso bibliográfico sobre la impulsividad nos muestra diferentes concepciones de esta conducta en la que pueden intervenir distintas dimensiones. Vemos como la impulsividad puede ser definida como respuesta a estímulos con carga afectiva y con prevalencia de factores motóricos en ausencia de deliberación. Pero también encontramos que en las conductas impulsivas intervienen elementos cognitivos de deliberación y temperamentales-emocionales como el de "búsqueda de sensaciones" descrito por Zuckerman. Nosotros, atendiendo a la presencia de los distintos factores de la impulsividad, hemos clasificado estas conductas en impulsivas inmediatas e impulsivas diferidas. Las primeras serían característica, entre otros, del trastorno explosivo intermitente y de los trastornos límite y antisocial de personalidad. Las segundas, aparecerían, por ejemplo, en el juego patológico y piromanía y podrían caracterizar determinados comportamientos de sujetos antisociales. Las distintas dimensiones de la conducta impulsiva pueden influir sobre las bases biopsicológicas de la imputabilidad tanto en los sujetos con impulsividad inmediata como en los que presentan conductas impulsivas diferidas.A review of the available literature on impulsivity reveals different conceptions of this behaviour in which various dimensions may play a role. Impulsivity may be defined as a response to emotionally charged stimuli with a prevalence of kinetic factors in an absence of deliberation. Examples can also be found in which cognitive factors of deliberation and a temperamental-emotional nature intervene in impulsive behaviour such as the "sensations seeking " described by Zuckerman. Given the presence of these different factors in impulsivity, we have classified the behaviours into immediate impulsive behaviour and deferred impulsive behaviour. The former are characteristic of intermittent explosive disorders and borderline and anti-social personality disorders. The

    5. À Margem da «Filosofia do Conhecimento»

      OpenAIRE

      Gomes, Pinharanda

      2010-01-01

      Em jeito de homenagem ao autor do manual Filosofia do Conhecimento, Jorge Coutinho, referenciam-se aqui várias produções portuguesas das últimas décadas sobre a mesma temática. Ao mesmo tempo, faz-se recensão crítica do livro referido.

    6. A filosofia da história como o lugar de efetivação da liberdade no Sistema da Ciência Hegeliano = The philosophy of history as a place of effective of freedom in Hegelian System Science

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Julião, José Nicolao

      2014-01-01

      Full Text Available Em Hegel, mais do que em qualquer outro filósofo que o antecedeu, a história ganha estatuto filosófico fundamental, pois o seu interesse por ela está presente em todas as partes de sua filosofia. Para Hegel, a filosofia é história universal (Weltgeschichte, ou seja, história do progresso na consciência da liberdade. E, enquanto processo de ampliação da liberdade, a história ganha um lugar de destaque no sistema hegeliano, aparece na última parte do espírito objetivo, como história universal, efetivando, desta maneira, a estrutura ontológica e metodológica do conceito liberdade apresentado no último livro da Ciência da Lógica. O objeto deste estudo é, portanto a Filosofia da História Universal compreendida como um universo efetivo da ampliação da liberdade e do pensamento filosófico que consideramos como o encerramento sistemático da filosofia de Hegel, dado que as partes que compõem o espírito absoluto – arte, religião e filosofia – são independentes, compreendendo cada uma em si mesma um sistema acabado. Em suma, o nosso objetivo é precisamente o de demonstrar o lugar de destaque que ocupa a história universal no Sistema da Ciência hegeliano

    7. Ensaio de introdução à filosofia da história = Introductory essay to the philosophy of history

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Julião, José Nicolao

      2010-01-01

      Full Text Available Nosso objetivo é o de fazer uma analise da natureza da Filosofia da História tendo em conta um período abrangente do seu desenvolvimento histórico, mas também nos centrando em alguns momentos axiais em que essa disciplina demarcou de maneira mais sistemática seu objeto, seus problemas e suas tarefas. Nesse sentido, o foco do nosso estudo não está na mera apresentação de um panorama geral e exaustivo da Filosofia da História, mas antes, mais modestamente e também mais substancialmente, pretendemos examinar a hipótese segundo a qual o surgimento das Teorias da História características do século XIX não eliminou por completo alguns pressupostos metafísicos que fundamentavam as filosofias da história tradicionais e até, pelo contrário, se nutriu deles para lançar as bases da epistemologia das ciências históricas que possibilitou, então, no século seguinte, o renascimento das Filosofias da História em suas diversas variações

    8. A filosofia moral negativa de Theodor W. Adorno The negative moral philosophy of Theodor W. Adorno

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Gerhard Schweppenhäuser

      2003-08-01

      Full Text Available O problema da universalização na filosofia moral não foi de forma alguma tematizado por Adorno. Contudo, há elementos nas suas obras que nos possibilitam refletir sobre esse tema. Tendo por base os escritos de Adorno, e esta é minha tese, pode-se estudar como a ambivalência das diretrizes normativas é integrada numa teoria crítica da moral sem que se renuncie a uma pretensão de validade crítico-normativa.Although Adorno did not approach the issue of universalization in moral philosophy, some elements in his complete works allow us to think about it. My thesis is that, from his writings, we can study how the ambivalence of the normative rules can be integrated into a critical theory without losing their pretension to a critical-normative validity.

    9. O pensamento pedagógico de Paulo Freire à luz da filosofia da educação

      OpenAIRE

      Gonçalves, José Luís

      2016-01-01

      Propomo-nos analisar neste artigo o pensamento pedagógico de Paulo Freire na ótica da filosofia da educação. Entendendo-se esta área de saber, simultaneamente, como reflexão tanto das problemáticas educacionais (no plano epistemológico e hermenêutico) como das problemáticas educativas (dimensão ética e antropológica) presentes no discurso pedagógico de Paulo Freire, a nossa análise assentará numa circularidade epistemo-antropológica deste pensamento. Dito de outra forma, é n...

    10. Os sentidos do espanto ou contribuições para o ensino de filosofia como educação do pensamento: propósitos pedagógicos em Heidegger e Deleuze

      OpenAIRE

      2011-01-01

      295 f. Pretendendo oferecer contribuições para o ensino de filosofia compreendida como educação do pensamento, nossa tese analisa em três momentos os “sentidos” dessa prática a partir da interrogação fundamental: Que Significa Pensar? Na primeira parte promovemos questões que buscam construir sentidos/caminhos de articulações entre filosofia e educação mostrando que a experiência filosófica guarda antes de tudo um sentido de educabilidade do pensamento. Destacamos o aspecto político e a di...

    11. As leituras da filosofia do direito de G. W. F. Hegel: entre hermenêutica e recepção = Readings in the philosophy of right by G. W. F. Hegel: between hermeneutics and reception

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Bavaresco, Agemir

      2010-01-01

      Full Text Available O artigo procura apresenta os argumentos centrais das principais correntes interpretativas da Filosofia Política de Hegel na Alemanha, França e no Brasil de forma a avaliar e demonstrar o potencial de diagnose de tal esforço teórico; ao mesmo tempo, objetiva-se demonstrar desde estes autores como uma análise da obra de Filosofia Política de Hegel revela-se atual mediante a articulação de seu sistema como um todo

    12. A imanência como "lugar" do ensino de filosofia Immanence as the "place" of the teaching of philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rodrigo Pelloso Gelamo

      2008-04-01

      Full Text Available A intenção do presente artigo é pensar a problemática do ensino de filosofia a partir da obra de Deleuze e Guattari. Esses autores criaram uma série de conceitos, em seu fazer filosófico, para entender o que seria fazer filosofia, ou seja, para entender a atividade filosófica que se distanciasse de uma reflexão sobre alguma coisa e se fundasse em um ato de criação filosófica. Segundo os autores, existem quatro conceitos que corroboram para entender esse fazer filosófico, quais sejam: conceito, plano de imanência, personagem conceitual e problema. Tem-se como hipótese que tais conceitos podem contribuir para se pensar o ensino de filosofia na contemporaneidade de modo diferenciado do qual vem sendo tratado. Foi dada especial atenção a um desses conceitos: plano de imanência, engendrado na última obra conjunta desses autores, O que é a filosofia? (1997. Buscou-se, na obra desses autores, a caracterização de imanência e, consecutivamente, de plano de imanência para entender como se pode pensar o ensino de filosofia de forma diferenciada e de modo tal a distanciá-lo de uma adequação conceitual a um transcendente ou a um transcendental, a qual, no entender dos autores trabalhados, levaria o conceito de ensino a um dogmatismo conceitual. A proposta deste artigo é buscar uma saída para o problema, pensando o ensino de filosofia a partir da imanência mesma na qual este se produz.The aim of this article is to think the problem of the teaching of philosophy from the perspective of the work of Deleuze and Guattari. These authors have created a series of concepts along their philosophical work to understand what it means to do philosophy, that is, to understand a philosophical activity that moves away from the reflection upon something, to be founded on an act of philosophical creation. According to them, there are four concepts that contribute to understand such philosophical work, namely Concept, Plane of Immanence, Conceptual

    13. Filosofia del linguaggio: una ipotesi di metodo per le neuroscienze

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Andrea Bucci

      2013-08-01

      Full Text Available Già con Aristotele e il suo famoso "triangolo" la filosofia ha iniziato ad interessarsi al rapporto tra parola e realtà. Autori come Frege, Wittgenstein, Quine, Kripke hanno fatto oggetto del loro lavoro nozioni come sintassi, semantica e riferimento. Da Chomsky fino ai giorni nostri, anche grazie a studiosi italiani quali Gennaro Chierchia, si è cercata la soluzione a questi problemi da un punto di vista naturalistico. Specialisti del settore, come Vittorio Gallese, si sono spinti nell’impresa di dare al linguaggio ed alle nozioni elencate una caratterizzazione neurofisiologica. Di questi snodi e di un’ipotesi - forse azzardata - dello scrivente tratterà il presente articolo. Questo lavoro introduttivo sulla filosofia del linguaggio che ha tratto anche spunto dalla discussione sui neuroni specchio stimolata negli anni dalla rivista BrainFactor si prefigge un fine divulgativo ed è auspicabile che generi riflessioni ulteriori da parte di giovani studiosi.

    14. Fulvio Salza, Andrea Schellino, Rimbaud. Poetica, mito, filosofia, religione, psicoanalisi

      OpenAIRE

      Merello, Ida

      2016-01-01

      Il volume raccoglie contributi già apparsi in altra sede, orientandoli però lungo un vettore, organizzato in cinque tappe del pensiero. Salza e Schellino alternano le scritture: entrambi dedicano un saggio alla poetica, successivamente Salza interviene sul mito, e Schellino su filosofia e religione; per i riferimenti alla psicanalisi invece Salza è affiancato da Massimiliano Vigna. Nella sezione «Poetica», Fulvio Salza ripercorre le due Lettres du Voyant e Une Saison en enfer, osservando come...

    15. Princípiosnorteadores da filosofia moral de David Hume

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      André Luiz Holanda de Oliveira

      2017-02-01

      Full Text Available O presente artigo objetiva apresentar os princípios norteadores da filosofia moral de David Hume. Para tanto se buscará demonstrar que a razão é escrava das paixões, que os juízos morais não são demonstráveis, nem refletem a realidade objetiva, para por fim, demonstrar a importância da utilidade.

    16. História e a filosofia da ciência: caminhos para a inserção de temas física moderna no estudo de energia na primeira série do Ensino Médio

      OpenAIRE

      Morais,Angelita; Guerra,Andreia

      2013-01-01

      Esse artigo apresenta uma pesquisa que orientou a construção, aplicação e avaliação de um projeto pedagógico, cujo propósito era trazer ao ensino de energia, num curso de física de primeira série do Ensino Médio, discussões de física moderna. Os resultados da pesquisa apontam que o uso da história e filosofia da ciência como eixo condutor do projeto pedagógico possibilitou trazer à sala de aula discussões em torno ao processo de construção da ciência que possibilitaram o estudo de questões de...

    17. O Behaviorismo Radical como filosofia da mente Radical Behaviorism as philosophy of mind

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Eduardo Lopes

      2003-01-01

      Full Text Available O Behaviorismo Radical de B. F. Skinner é constantemente acusado de eliminar a mente de sua explicação do comportamento humano. Uma análise do livro The Concept of Mind, de Gilbert Ryle, sugere a possibilidade de defender a existência de uma mente relacional, diferente da categoria de existência da mente defendida em interpretações cartesianas (mente substancial. A análise de alguns textos de Skinner sugere que o conceito de uma mente relacional também pode ser defendido no Behaviorismo Radical. Esse fato, culminaria na possibilidade de que, além de filosofia da Ciência do Comportamento, o Behaviorismo Radical, também pode ser uma filosofia da mente, o que traria conseqüências ao estudo e à aplicação da Análise do Comportamento.B. F. Skinner's Radical Behaviorism has been repeatedly accused of eliminating the mind from its explanation of human behavior. An analysis of Gilbert Ryle's book, The Concept of Mind, suggests the possibility of defending the existence of a relational mind, different from the category of existence of mind defended in Cartesian interpretations (substantial mind. The analysis of some texts of Skinner suggests that the concept of a relational mind can also be defended in Radical Behaviorism. This fact would lead to the possibility that, beyond a philosophy of Behavior Science, Radical Behaviorism may also be a philosophy of mind, which would bring consequences to the study and application of Analysis of Behavior.

    18. Sobre a sistematizabilidade da filosofia da história de Kant

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Hamm, Christian

      2005-01-01

      Full Text Available São muitas e, até hoje, muito controvertidas as opiniões referentes à função e ao lugar sistemático da filosofia da história de Kant no todo do seu projeto crítico-transcendental; nem há consenso quanto à importância ou relevância filosófica dos diversos escritos em que Kant aborda e defende os seus teoremas histórico-políticos. - No presente trabalho, pretende-se interpretar a "doutrina" histórico-filosófica kantiana - não obstante o seu caráter fragmentário e até aparentemente nem sempre coerente - na perspectiva da sua possível homogeneidade e compatibilidade com os elementos centrais da própria teoria-base transcendental. Isso significa, antes de mais nada, ler os respectivos teoremas não como resultados de um raciocínio dogmático baseado num saber do processo histórico, mas como um conjunto de teses e postulados baseados no mero suposto subjetivo-racional de um progresso, ou seja, na idéia não só da possibilidade mas da necessidade (subjetiva da razão de implantar princípios racionais na história

    19. Hermenéutica de una filosofia de las formas simbólicas

      OpenAIRE

      Mario Ariel González Porta

      2010-01-01

       Resumo: Nesta exposiçáo proponho efetuar uma apresentaçáo dos problemas interpretativos fundamentais e das diferentes leituras que se tem realizado em relaçáo à filosofia das formas simbólicas cassireriana. Palabvas chaves: Cassirer. Filosofia das formas simbólicas. Formas simbólicas

    20. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA-FILOSOFIA/UFSM: DISPOSITIVO DE PRÁTICAS DOCENTES

      OpenAIRE

      2012-01-01

      Na presente pesquisa, realizada junto ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Maria, na linha de pesquisa denominada Práticas Escolares e Políticas Públicas, investiga-se o movimento produzido pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) no curso de Licenciatura em Filosofia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Assim, buscou-se compreender como o referido Programa se constituiu em dispositivo produtor de práti...

    1. La questione della verità filosofia, scienze, teologia

      CERN Document Server

      2003-01-01

      Verità: tema ineludibile, crocevia e chiave essenziale dell'essere uomini. Che cosa è la verità, quali metodi e atteggiamenti richiede la sua ricerca in filosofia, scienze, teologia? Nell'epoca del disincanto e della scepsi è ancora possibile che questi grandi ambiti riescano a dialogare nella ricerca del vero? Oppure sono destinati a non comprendersi e separarsi? In queste pagine si dispiega un'aereopago intellettuale della postmodernità: biologi, fisici, epistemologi, antropologi, filosofi, teologi, biblisti avanzano una lettura affascinante delle grandi opzioni epistemologiche con i loro guadagni, esitazioni, possibili chiusure.

    2. Governamentalidade democrática e ensino de Filosofia no Brasil contemporâneo Democratic governmentality and the teaching of Philosophy in contemporary Brazil

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Silvio Gallo

      2012-04-01

      Full Text Available Este artigo parte dos conceitos de biopoder e de governamentalidade para analisar alguns documentos governamentais brasileiros recentes que concernem à introdução da Filosofia como disciplina no ensino médio. Durante a década de 1980, no cerne dos movimentos pela redemocratização do país, a ênfase nessa argumentação foi posta na suposta criticidade da Filosofia e em seu potencial na formação de cidadãos para uma sociedade democrática. Esse argumento parece ter sido assimilado pelo governo brasileiro ao estipular, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que os alunos do ensino médio devem demonstrar os conhecimentos de Filosofia "necessários ao exercício da cidadania". O estudo analisa, também, documentos como os PCN, os PCN+, as OCEM, em seus capítulos sobre a disciplina Filosofia. Percorrem-se, aqui, pela ótica da governamentalidade, os documentos de política pública, explicitando a instrumentação da Filosofia para a formação de jovens segundo aquilo que se entende como uma sociedade democrática moderna.This article takes the concepts of biopower and governmentality as the starting point for an analysis of certain recent Brazilian government documents about the introduction of Philosophy as a subject in secondary school. In the 1980s, this argument centered on Philosophy's so-called criticism and its potential for preparing citizens for a democratic society, was used by the movements aimed to restore democracy in Brazil. This argument appears to have been assimilated by the Brazilian government, because it is stated in the Guidelines and Bases of Education Law, secondary school students should demonstrate knowledge of philosophy "necessary for the exercise of citizenship." The argument also appears in documents such as the PCN and PCN+ (National Curricular Parameters and OCEM (Curriculum Guidelines for Secondary School in their chapters on Philosophy. These documents are examined here in the light of

    3. Hume e os propósitos da filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Marcos Ribeiro Balieiro

      2011-12-01

      Full Text Available Hume é geralmente visto como um filósofo que, além de defender princípios céticos, pretendeu oferecer uma nova fundação para as ciências, baseada no estudo minucioso da natureza humana. De fato, não há dúvidas de que esse seria, para ele, um dos principais propósitos a que sua filosofia precisava servir. Procuraremos mostrar, no presente trabalho, que essa visão da filosofia humiana é, no fim das contas, limitada, já que perde de vista o fato de que, em textos posteriores, o filósofo escocês tentou estabelecer que a atividade filosófica deveria ser construída de modo a colaborar para a formação moral de seu público.Hume is generally seen as a philosopher which, besides defending skeptical principles, intented to offer a new foundation for science, based on the accurate study of human nature. In fact, there is no doubt that he considers this to be one of the main purposes his philosophy should serve. In this work, we shall attempt to show that this is a limited view of Hume's thought, as it loses sight of the fact that, in posterior texts, he intended to establish the philosophical activity as something that should be developed in order to somehow form the moral character of its public.

    4. Uma nota sobre filosofia política, relações internacionais e filosofia da história = A note on political philosophy, international relations and philosophy of history

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Torres, João Carlos Brum

      2011-01-01

      Full Text Available Este artigo tem como objeto explorar de que modo os recursos conceituais oferecidos pela filosofia política moderna, pela interpretação da história do direito internacional desenvolvida por Carl Schmitt, assim como pela filosofia da história de Kant nos facultam um entendimento mais preciso e profundo dos constrangimentos lógico-conceituais que enquadram a dinâmica evolutiva das relações internacionais. A primeira parte do texto procura reconstituir o modo como a atenção à peculiar geometria do espaço terrestre – seu caráter esférico – constitui um ponto focal no tratamento dado por Hobbes, Pufendorf e Kant aos temas das relações tanto entre indivíduos humanos, quanto entre as comunidades politicamente organizadas. Nessa parte o texto chama atenção para o fato de que as teorias contratualistas não podem facilmente estender o modelo de solução de conflitos contido na idéia de contrato social às relações internacionais. A segunda parte trata de reconstituir, resumidamente, a análise que Schmitt faz do modo como foram progressivamente normatizadas as relações internacionais ao tempo do chamado jus publicum europaeum, notadamente do modo como o mais deslavado cinismo político fez com que avançasse, progressiva e paradoxalmente, a regulamentação da política interestatal e a constituição de um verdadeiro direito das gentes. Na terceira parte, o artigo sugere que a filosofia da história, notadamente na versão kantiana, pode, de algum modo, conciliar a abordagem normativista das relações internacionais com a análise positiva, ou, como Schmitt certamente preferiria, existencial das relações políticas entre os Estados

    5. GESTÃO E CONHECIMENTO NAS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: UMA EXPERIÊNCIA DIDÁTICA RELACIONADA AO ENSINO-APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA FILOSOFIA DA ADMINISTRAÇÃO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Roberto Bazanini

      2015-06-01

      Full Text Available O artigo discute alternativas para a construção de alternativas pedagógicas para o tratamento de temas transversais no ensino-aprendizagem de filosofia nos cursos de administração. Desde 1993, a Filosofia é uma disciplina recomendada nos cursos de Administração em todo o Brasil, porém, o ensino-aprendizagem de filosofia relacionada aos negócios encontra barreiras para se firmar como disciplina relevante do currículo escolar. O problema central da pesquisa está em identificar alternativas didáticas para tratar temas atuais, buscando nos pensadores da administração conteúdos e métodos que possam ser aplicados para que a aprendizagem da disciplina se torne significativa. Por meio de pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, análise pós-factum, o objetivo da pesquisa, inicialmente, buscou detectar as dificuldades encontradas na percepção dos alunos e professores do curso de administração pertencentes a uma universidade localizada no Grande ABC, para posteriormente, submeter os pesquisados ao ensino de filosofia com o emprego da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP na perspectiva da visão empreendedora. Os resultados da pesquisa, acompanhados de dados primários e secundários apontam a importância do emprego da ABP para dinamizar o processo de interatividade entre a filosofia e as demais disciplinas do curso.

    6. O projeto da Ciência da Lógica de Hegel e o problema do início da Filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Werner Ludwig Euler

      2017-02-01

      Full Text Available Neste texto, refero-me principalmente à forma madura da Ciência da Lógica, isto é, ao seu primeiro livro da edição revista do ano 1832. O objetivo de meu trabalho reside em demonstrar que a ilustração do problema do início da filosofia por Hegel é indiretamente uma chave para o entendimento da ideia fundamental de sua concepção da lógica como método científico da filosofia. Para atingir esse objetivo exponho, em primeiro lugar, as principais ideias do programa de Hegel por uma revisão da lógica, da metafísica e da filosofia completa, em contraste à lógica tradicional. Depois ofereço uma interpretação da declaração da dificuldade em encontrar um início lógico na filosofia, que reside em que resolver o problema de unir o método ao conteúdo, a forma ao princípio. Essa interpretação deve mostrar no qual sentido o início vale sem pressuposto. Esse entendimento nega a possibilidade de começar a filosofia com algo hipotética e problematicamente verdadeiro como é o procedimento comum na matemática. Por meio da análise daquele problema ilustrado especialmente pelo exemplo da crítica hegeliana à compreensão da natureza da relação entre o ser puro e a sua alteração necessária em Jacobi, tento encontrar um acesso para o entendimento do método lógico de Hegel, na medida em que o momento da negatividade (do negativo enquanto princípio do modo de determinar e, com isso, do conteúdo, resultam necessariamente da indeterminidade do ser como a mais pensável abstração. Esse resultado surge pela necessidade, por qual o ser puro provoca a sua própria mudança para o devir um desenvolvimento que Jacobi desmente por princípio para ficar parado na abstração unilateral e falsa. Assim, a indeterminidade (do ser enquanto algo contrário é mesmo o determinado ou o negativo, isto é, o negativo puro, inteiramente abstrato, em outras palavras: O ser como resultado da perfeita abstração é negatividade abstrata, o

    7. História, filosofia e sociologia da educação matemática na formação do professor: um programa de pesquisa History, philosophy, and sociology of mathematical education in teachers training: a research program

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Antonio Miguel

      2005-03-01

      Full Text Available Neste artigo, apresentamos e discutimos algumas princípios orientadores de um programa de pesquisa que toma como objeto central de investigação o modo como os campos emergentes de investigação em história, filosofia e sociologia da educação matemática poderiam vir a participar, de forma crítica e qualificadora, da formação inicial e continuada de professores de matemática. Defendemos o ponto de vista de que tais cursos deveriam orientar-se por uma nova concepção de especificidade que pudesse instaurar um projeto pedagógico em que esses campos emergentes viessem a participar, de forma orgânica e esclarecedora, da constituição de problematizações multidimensionais das práticas escolares nas quais a matemática estivesse, de algum modo, envolvida. Para isso, tais problematizações deveriam estar assentadas em investigações acadêmicas sobre questões que hoje desafiam os professores no trabalho crítico de apropriação, re-significação, produção e transmissão da cultura matemática sob os condicionamentos da instituição escolar.We present and discuss in this article some features of a research program whose central object of investigation is the way in which the recent fields of history, philosophy, and sociology of mathematical education could take part in a critical and qualified manner in the initial and continuing training of teachers in this area. For that, we endorse the viewpoint that the courses for mathematics teacher education should be based on a conception of specificity through which a new pedagogical project could be established. In such project those new fields of investigation would participate, in an organic and clarifying way, in the constitution of multidimensional problematizations of school practices, in which mathematics would be involved, and that would be guided by academic investigations about the issues that currently challenge teachers in the critical work of incorporation, resignification

    8. Tomás de Aquino: filosofia e pedagogia = Thomas Aquinas:philosophy and pedagogy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luiz Jean Lauand

      2012-01-01

      Full Text Available O artigo discute a conexão ente filosofia e educação em Tomás de Aquino. Em sua antropologia filosófica, destacam-se três aspectos de grande atualidade para a educação hoje: a valorização da matéria no ser do homem, a primazia da virtude da prudência entre as virtudes cardeais e a philosophia negativa (e theologia negativa. A intrínseca união entre espírito e matéria, anima forma corporis tem também importantes consequências pedagógicas, tanto para a educação intelectual quanto para a moral. E está na base de seu De prudentia, que pressupõe também sua perspectiva negativa.This article discusses the connection between philosophy and education in Thomas Aquinas. In his Philosophical Anthropology there are three aspects very important for education today: the affirmation of matter as an essential in human being, the primacy of prudentia over the cardinal virtues and his philosophia negativa (and theologia negativa. The intrinsec union spirit-matter, anima forma corporis has important pedagogical consequences, both in intellectual and in moral education. And it is the basis for his Treatise On Prudence, which presupposes his negative perspective too.

    9. Três lições de filosofia da educação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Kohan Walter Omar

      2003-01-01

      Full Text Available O presente trabalho busca pensar o valorde O mestre ignorante como exercício de filosofia da educação, em particular contrapondo-o a um modo, dominante, de exercer esse saber no seio de nossas instituições. Trata-se de uma história singular, pela qual todo mestre pode se perguntar por que e para que ensina; e, o que é ainda mais importante, pela qual pode questionar-se que diabos está fazendo consigo mesmo e com os outros, a cada vez que se veste de mestre em uma sala de aula. Depreendemos, desse exercício, três lições: a o mais natural, evidente e aceito socialmente acaba sendo, filosoficamente, o mais problemático; b somente pelo paradoxo, entranhados no lodo paradoxal, podemos encontrar algum sentido na educação; c só há uma educação que vale a pena: a que emancipa (sem emancipar. Quem não deixa que os(as outros(as se emancipem embrutece.

    10. Administração participativa como filosofia para o gerenciamento de sistemas de informação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Edmeire Cristina Pereira

      Full Text Available Este artigo aborda, no atual contexto de transformações da sociedade do conhecimento, vários aspectos da administração participativa, concebida como uma filosofia para o gerenciamento dos sistemas de informação. Observa-se a necessidade de desenvolver informação, treinamento e comunicação, da parte das organizações, por meio desse novo paradigma de liderança. Tal proposta è situada na evolução das grandes tendências de pensamento e atualizada em função do desenvolvimento das redes e sistemas de informação. Em conclusão, sugerem-se alguns princípios elementares para redesenhar as atividades dos gestores da informação ou do conhecimento.

    11. A renovação fichteana da filosofia da imagem

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Christoph Asmuth

      2014-12-01

      Full Text Available Este artigo pretende apresentar ao público brasileiro a leitura sobre a filosofia fichteana do Professor da Technische Universität Berlin, Christoph Asmuth, sobre um tema específico do pensamento de Fichte, a teoria da imagem. O texto foi originalmente apresentado como palestra no Departamento de Filosofia da UnB em 2014, como parte do projeto Douta Ignorância, coordenado pelo docente Herivelto Souza.

    12. Trajetória das mulheres no Curso de Filosofia da Universidade do Estado do Amapá no período de 2008 a 2012

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alzira Marques Oliveira

      2014-06-01

      Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 O objetivo da pesquisa foi analisar a trajetória das mulheres que estudam e/ou estudaram filosofia na universidade do Estado do Amapá no período de 2008 à 2012 buscando identificar problemáticas sobre a evasão dessas acadêmicas. Além da evasão buscou-se discutir medidas de permanência delas na universidade. A metodologia adotada para realização deu-se em quatro etapas distintas: pesquisa bibliográfica, pesquisa de campo, tabulação dos dados e análise dos resultados. Foram analisadas cinco amostras de populações de discentes da Universidade do Estado do Amapá. Foram investigadas dezenove variáveis e 48 unidades amostrais. Com base nos resultados alcançados concluiu-se que as mulheres abandonam o curso de filosofia e conseqüentemente o seu fazer filosófico ao longo da trajetória acadêmica em decorrência da insuficiência de políticas públicas de permanência voltada para o segmento feminino na universidade.

    13. Reflexões sobre a importância da História e Filosofia da Ciência no Ensino de Ciências

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ana Paula de Melo

      2017-05-01

      Full Text Available A história e filosofia da ciência tem um papel fundamental no ensino de ciências, pois problematiza o conhecimento científico e o torna contextualizado.  Contudo há uma preocupação referente à existência e a maneira como é trabalhada essa temática nas licenciaturas. Entendemos que seja necessária nos cursos de formação inicial e continuada de professores, a reflexão sobre como, porque e por quem é construída a ciência e quais suas implicações para a sociedade, para que essa reflexão também possa ser feita com os alunos na rede básica de ensino. O objetivo desse trabalho teórico é evidenciar a importância da história e filosofia da ciência no ensino de ciências, bem como provocar a reflexão acerca dessa temática, a fim de questionar a validade de um ensino baseado na mera transmissão de conhecimentos científicos o qual ignora o processo de construção destes conhecimentos, entre outras reflexões. Pode-se inferir que ensinar ciências sem trabalhar história e filosofia da ciência, é apenas informar termos, conceitos, e teorias, ou seja, é permanecer no tradicionalismo metodológico, sem a preocupação em formar um cidadão crítico, que entenda o que está estudando, como foram construídos os conhecimentos que ele estuda e suas implicações históricas e sociais.

    14. Física e Filosofia Antiga em Werner Heisenberg: apropriações do legado clássico por um físico do século XX

      OpenAIRE

      Leite, Anderson Cleiton Fernandes; Simon,Samuel

      2013-01-01

      O objetivo deste artigo é analisar os usos que Werner Heisenberg fez da filosofia grega em sua obra. Pretende-se relacionar tais usos não apenas com a argumentação interna presente nos textos do físico alemão, mas também com o contexto histórico, conflitos e debates entre as diversas interpretações da teoria dos quanta durante a primeira metade do século XX. Faremos, inicialmente, uma apresentação geral da teoria quântica e da presença da filosofia na obra de Heisenberg e, em seguida, um estu...

    15. Pensar sem pressupostos: condição para problematizar o ensino da filosofia Thinking without presuppositions: a condition to problematize the teaching of philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rodrigo Pelloso Gelamo

      2008-12-01

      Full Text Available Nossa proposta para este artigo é indicar, a partir da análise de alguns textos de Deleuze e Guattari, uma forma de escapar do modo tradicional de fazer filosofia, chamado pelos referidos autores de "modo maior". Nossa intenção é pensar uma possibilidade de problematização do ensino da filosofia que não se vincule às linhas majoritárias de pensamento filosófico ou educacional. Nesse sentido, mapearemos os pressupostos que a filosofia utiliza para começar a pensar filosoficamente e para enunciar seu discurso. Para isso, fundamentaremos nossa proposta na obra Diferença e repetição, de Gilles Deleuze (1968, especialmente no capítulo em que ele desenvolve as questões sobre a "imagem do pensamento".Our proposal for this paper is to indicate, through the analysis of some of Deleuze's and Guattari's texts, an alternative to escape from the "traditional" way of doing philosophy, which these authors call a major mode. Our intention is to think of a possibility of questioning the teaching of philosophy that is not related to the majority trends of philosophical or educational thoughts. Thus, we will develop a study of the presuppositions used in philosophy to start thinking philosophically and to enunciate its speech. In order to do that, we will base our proposal on the book Difference and repetition, by Gilles Deleuze (1968, especially on the chapter in which he develops the issues concerning the images of thought.

    16. A emergência da Filosofia da Química como campo disciplinar

      OpenAIRE

      Ribeiro, Marcos Antonio Pinto

      2016-01-01

      Química e filosofia tiveram pouco diálogo no século XX. A despeito de sua importância cultural, a química, a ciência mais central, é, surpreendentemente, a mais insular em questões filosóficas e não tem sido um objeto importante das análises dos filósofos e da epistemologia geral. Apenas recentemente, no início da década de 1990, químicos/filósofos têm construído a filosofia da química como um campo disciplinar emergente no quadro da filosofia da ciência geral. O objetivo deste trabalho é car...

    17. La questione del mistero umano nella filosofia della formazione

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Paola PASCUCCI

      2009-10-01

      Full Text Available SOMMARIO: In questo lavoro, la sofi/a (sophía e la Bildung sono interpretate come i due cardini di un discorso che riguarda l’essere umano inteso come possibilità significante. Bildung e Umbildung vengono problematizzate in relazione al significare del mistero umano. La questione del mysterium hominis è trattata, all’interno della filosofia della formazione, in riferimento al significato originario del greco mystèrion sino all’interpretazione pedagogica dell’esperienza ebraico-cristiana del Mmistero di Dio (Mysterium Dei.ABSTRACT: In this work, the sofi/a (sophía and the Bildung are interpreted as the two poles of a speech which regards the human being understood as a significant possibility. Bildung and Umbildung gets problematic in relation to the meaning of the human mystery. The question of mysterium hominis is dealing, inside the philosophy of formation, referring to the original greek meaning of mystèrion until the christian-hebrew experience of uncreated Mmystery (Mysterium Dei. Key words: philosophy, Bildung, Umbildung, mýo-sphere, mystery, mystification, truth, doubt, irony, astonishment, mystical theology.SOMMAIRE: Dans cette oeuvre, la sofi/a (sophía et la Bildung sont interprétées comme les deux pivots d’une discussion qui concerne l’être humain entendu comme possibilité signifiante. Bildung et Umbildung sont rendues problématiques par rapport au signifié du mystère humain. La question du mysterium hominis est traitée, dans la philosophie de la formation, par rapport à la signification originelle du grec mystèrion jusqu’à l’expérience judéo-chrétienne du Mysterium Dei.

    18. Lo sport come filosofia educativa e sociale: una prospettiva decostruzionista

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Emanuele Isidori

      2013-04-01

      Full Text Available Lo scopo del presente articolo è quello di procedere, utilizzando un approccio filosofico decostruzionista, ad una disamina dello sport come oggetto filosofico, mostrandone le contraddizioni interne, i paradossi e le aporie che lo caratterizzano in quanto concetto educativo-culturale e fenomeno sociale. L’analisi si svilupperà riflettendo su tre temi tipici del dibattito decostruzionista: quello del phármakon, dell’identità e dell’ospitalità, tema quest’ultimo tipico anche del pensiero debole che presenta forti interconnessioni con il pensiero decostruzionista e postmoderno. Lo studio, che utilizzerà il tipico approccio teoretico-prassico della filosofia dell’educazione, evidenzierà sia i meccanismi concettuali che talvolta impediscono allo sport di essere pensato come pratica realmente educativa ed in grado di generare l’inclusione sociale, sia quelli che invece ne permettono la teorizzazione e l’implementazione in questa prospettiva. Lo studio si concluderà mostrando come per concepire realmente lo sport nella prospettiva di un autentico strumento educativo e di miglioramento della vita sociale sia necessaria una vera e propria rivoluzione etica e culturale della nostra società. Lo sport, infatti, in quanto sottosistema della società, rappresenta lo specchio dei valori di quest’ultima e non solo ne incarna i difetti, le contraddizioni ma anche le sue buone prassi. Questa rivoluzione deve necessariamente passare attraverso l’educazione; soltanto così, infatti, sarà possibile costruire quella società nuova, fondata sulla paidéia sportiva, che De Coubertin sognava per l’umanità futura.

    19. Aproximações brasileiras às filosofias africanas: caminhos desde uma ontologia Ubuntu

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Wanderson Flor do Nascimento

      2016-12-01

      Full Text Available Resumo: Este artigo objetiva discutir uma possibilidade de aproximação às filosofias africanas por meio de uma breve introdução da abordagem da ontologia ubuntu, categoria importante de algumas filosofias bantas sobre a humanidade dos humanos. Frente à ausência dos estudos sobre o pensamento filosófico africano em nosso país, resultado do racismo epistêmico, buscar possibilidades de entrada nesse campo de estudos é importante, seja pela tarefa de incrementar a história da filosofia com outros campos e lugares da produção filosófica, reagindo ao discurso racista sobre o continente africano e sua produção intelectual, seja para atender a determinação legal de inserir conteúdos de história e cultura africanas nos currículos dos ensinos fundamental e médio, o que demanda do ensino da filosofia o conhecimento de filosofias africanas. Palavras-chave: Ubuntu, Filosofias Africanas, Racismo Epistêmico, Ontologias Relacionais.   Abstract: This article aims to discuss the possibility of approach to African philosophies through a brief introduction of ubuntu ontology, an important category of some Bantu philosophies about the humanity of humans. Due to the lack of studies on African philosophical thought in Brazil, as a result of epistemic racism, it is important to seek input possibilities in this field of study in order to improve the dialogue of the history of philosophy with other fields. It is essential to react to the racist discourse on African continent as well as to its intellectual production in order to include African history and culture contents in the curricula of primary and secondary education. For this reason, the knowledge of African philosophies is thus essential to the teaching of philosophy. Keywords: Ubuntu, African Philosophies, Epistemic Racism, Relational Ontologies.

    20. Natureza da educação e filosofia da educação

      OpenAIRE

      Lins, Maria Judith; Universidade Federal do Rio de Janeiro -UFRJ

      2013-01-01

      Este artigo focaliza o problema da natureza da educação e sua relação com a filosofiada educação. É apresentada uma discussão sobre a natureza da educação e enfatizada a necessidade de se entender o conceito de educação para se prosseguir através da filosofia da educação. O propósito deste artigo não é trazer uma filosofia da educação específica co...

    1. Pedro Abelardo Professor: O Ensino de Filosofia no Século XII

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Edsel Pamplona Diebe

      2014-09-01

      Full Text Available O artigo tem por objetivo apresentar o filósofo Pedro Abelardo (1079-1142 como professor, seu método de trabalho e a herança que recebeu da filosofia grega cristianizada. Em concomitância com o trabalho do Abelardo, mostraremos de forma introdutória o desenvolvimento do ensino de filosofia no século XII, o mundo escolar, artes liberais, a tentativa de conciliar fé e razão e o ensino da dialética.

    2. A filosofia da história de Duhem: natureza e função

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Raymundo Novaes Chiappin

      2009-12-01

      Full Text Available Este artigo é construído no intuito de cumprir dois objetivos: o primeiro deles é discutir a natureza da filosofia da história de Duhem como empirista, anticonvencionalista e, principalmente, continuísta; o segundo é mostrar que uma das funções dessa filosofia da história é a de justificar princípios epistemológicos, como o princípio que afirma que a concepção da ciência é um tertius entre dogmatismo e ceticismo. Segue-se, desses dois objetivos, a naturalização da epistemologia em Duhem.

    3. History and Philosophy of Science: a Phylogenetic approach História e filosofia da ciência: uma abordagem filogenética

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      James G. Lennox

      2001-12-01

      Full Text Available In the aftermath of Thomas Kuhn's The structure of scientific revolutions, there was a great deal of discussion about the relationship between the History of Science and the Philosophy of Science. A wider issue was at stake in these discussions: 'normativism' versus 'naturalism' in Epistemology. If the History of Science, at best, gives us reliable information about what actually occurred historically, how can it inform debates about such things as confirmation or explanation in Philosophy of Science? This essay makes a case for the centrality of historical investigation in the Philosophy of Science. I will defend what I term the 'Phylogenetic' approach to the Philosophy of Science. I will argue that since the foundations and dominant methods of a particular scientific field are shaped by its history, studying that History can give us considerable insight into conceptual and methodological problems in a particular Science. The case will be made both on general, philosophical grounds, and by compelling instantiation.A publicação de A estrutura das revoluções científicas de Thomas Khun resultou em uma grande discussão sobre a relação entre a história da ciência e a filosofia da ciência. Nessa discussão, o que estava em jogo era algo bem mais abrangente, isto é, o 'normativismo' versus o 'naturalismo' em epistemologia. Se a história da ciência, na melhor das hipóteses, nos dá informações confiáveis quanto ao que realmente ocorreu historicamente, como é que ela pode auxiliar os debates da filosofia da ciência sobre aspectos tais como confirmação e explicação? O presente artigo defende a centralização da investigação histórica para a filosofia da ciência. O autor defende o que ele chama de abordagem 'filogenética' à filosofia da ciência, argumentando que, uma vez que a as bases e métodos que prevalecem em uma área científica são moldados pela sua história, estudar esta história pode esclarecer

    4. Filosofia do direito e teoria jurídica em habermas: implicações reconstrutivas para uma teoria da sociedade = Philosophy of law and legal theory in Habermas: reconstructive implications for a theory of society

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Hansen, Gilvan Luiz

      2011-01-01

      Full Text Available O presente texto aborda a separação e a relação entre a filosofia do direito e a teoria jurídica na obra “Direito e Democracia” de Jürgen Habermas. Para tal análise, busca-se num primeiro momento refletir sobre os conceitos de sociologia do direito e filosofia da justiça a partir do diálogo que Habermas opõe com Dworkin e Rawls, acerca do fundamento filosófico da igualdade e da distribuição. Posteriormente, analisa-se a argumentação acerca da função social integradora do direito que Habermas desenvolve a partir das obras de Parsons e Weber, com vistas a visualizar o que Habermas entende por função integradora do direito, bem como a contribuição dessa categoria para uma teoria reconstrutiva da sociedade. Conclui-se pela vinculação entre sua filosofia do direito a uma teoria sociológica, quando a partir do conceito de razão comunicativa, escapando da discussão metafísica do absoluto, busca desenvolver um conceito de sociedade que resista às dimensões do mundo da vida e do sistema

    5. BASES DE UMA TEORIA DO DELITO A PARTIR DA FILOSOFIA DA LINGUAGEM

      OpenAIRE

      Busato, Paulo César; Universidade Federal do Paraná, Curitiba/PR

      2012-01-01

      O presente artigo trata das bases que conduzem à estruturação de uma teoria do delito a partir da filosofia da linguagem. Apresenta-se a estrutura formada pela ação significativa, a liberdade de ação e a teoria da norma, bem como uma composição breve da teoria do delito.

    6. Le statue di Dedalo: le riviste di filosofia politica italiane di serie A

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Chiara Pievatolo

      2013-03-01

      Full Text Available Roars ha puntualmente segnalato l’ancipite vicenda delle nuove liste di riviste last minute per l’abilitazione scientifica nazionale. E’ cambiato qualcosa fra le riviste di filosofia politica italiane di serie A, di cui avevamo già avuto modo di discutere?

    7. Clarice Lispector: um diálogo entre filosofia e literatura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Elisa de Oliveira

      1988-12-01

      Full Text Available O presente trabalho visa apresentar algumas considerações em torno do confronto/encontro entre filosofia e literatura. A produção ficcional de Clarice Lispector, no âmbito da literatura brasileira contemporânea, nos fornece a oportunidade de analisarmos a obra de arte a partir de um enfoque interdisciplinar.

    8. El sistema de lo disperso. Jose Marti y el sujeto de la filosofia moderna

      National Research Council Canada - National Science Library

      Monder, Samuel

      2009-01-01

      ... cualquier sistema que construyamos para encapsular sus productos. Finalmente, senalo algunas maneras en que la discusion precedente puede usarse para dar cuenta de algunas conexiones entre los proyectos poeticos y politicos de Marti. Palabras claves: Filosofia, modernidad, naturaleza, sujeto cartesiano. ABSTRACT This paper is devo...

    9. A modernidade e a filosofia da história em Kant

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Henrique Armani

      2008-04-01

      Full Text Available Investigamos, neste artigo, a construção da filosofia da história kantiana e como ela se relaciona com a modernidade enquanto perspectiva de tempo futuro. Nossa intenção é pensar o tempo histórico em suas dimensões passadas do passado e do futuro, evocadas por Kant.

    10. HUME E O EMPIRISMO NA MORAL

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Adriano Naves de Brito

      2007-12-01

      Full Text Available O que pretendo defender neste texto é que uma posição empirista na moral é compatível com uma pretensão de validade intersubjetiva de juízos morais. Essa pretensão deve, nesse caso, estar calcada na naturalização dos fundamentos da moralidade, mas tem de conviver com limites acerca da justificação de enunciados de valor. Para defender esse ponto, sirvo-me da filosofia moral de Hume, como ele a expôs no seu texto Uma investigação sobre os princípios da moral. No que diz respeito à filosofia de Hume, o objetivo deste texto é explicitar o caráter empírico seja de seu método de investigação da moral, seja do princípio que para ela ele encontra.

    11. CONTRIBUIÇÃO DA FILOSOFIA DA MICROBIOLOGIA PARA FUNDAMENTAR A ZONA RELACIONAL DO PERFIL CONCEITUAL DE VIDA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Francisco Ângelo Coutinho

      Full Text Available Discute-se, neste estudo, como as reflexões da filosofia da Microbiologia podem contribuir para fundamentar a zona relacional do conceito biológico vida e os benefícios que traria para o aprendizado dos alunos em virtude de sua utilização em sala de aula. A partir da definição do conceito vida como adaptação flexível, argumenta-se sobre a possibilidade de que o ensino em Biologia seja sintético ao invés de meramente analítico. Para alcançar esse objetivo, fundamenta-se na zona relacional do conceito vidae se discute de que formas as consequências dessa fundamentação podem contribuir para a prática do ensino em Biologia. Simultaneamente, espera-se contribuir para reforçar o programa de pesquisas sobre perfis conceituais, uma vez que isso trará consequências positivas para a compreensão dos aspectos ontológicos e epistemológicos das zonas do perfil de um conceito científico.

    12. A busca espiritual de viajantes à Índia: filosofia e prática de um estilo de vida

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cecilia dos Guimarães Bastos

      2016-12-01

      Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar a espiritualidade entendida como projeto. Ao pesquisar um tipo de peregrino que viaja à Índia, verifiquei, através da observação participante, que sua principal motivação envolve a busca de si, cuja vivência molda a construção de sua trajetória. Os informantes relacionam o religioso ao institucional e o espiritual as mais profundas motivações da vida. Muitos estudam a filosofia Vedanta, um conhecimento incorporado que influencia a maneira como constroem suas visões de mundo e lhes oferece uma base do que é entendido como ser espiritualizado, sem ter que ser (convencionalmente religioso. Também realizam práticas, como ioga ou meditação, que proporcionam maior objetividade, comando sobre a mente e autocrítica. Analisei suas vivências segundo a noção de projeto, uma tentativa consciente de dar sentido à experiência e que é elaborada com base na memória como visão retrospectiva e organizada de uma trajetória e biografia.

    13. Filosofia schopenhaueriana e literatura machadiana: em torno do conto "Noite de almirante" Schopenhauerian philosophy and Machadian literature: around the short story "Noite de almirante"

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jair Lopes Barboza

      2000-01-01

      Full Text Available Trata-se neste artigo de mostrar como se dá a recepção de alguns elementos da filosofia schopenhaueriana, como a oposição entre intelecto e vontade, na literatura de Machado de Assis. Com efeito, examinado o conto "Noite de almirante", pode-se dizer que a personagem Genoveva faz as vezes da vontade, ao passo que Deolindo é guiado pelo intelecto.This paper deals with the reception of some elements of Schopenhauerian philosophy, such as the oposition between intellect and will, in the literature of Machado de Assis. Indeed, if we examine the short story "Noite de almirante", we can see that the character Genoveva represents the will, while Deolindo is guided by the intellect.

    14. Determinar la Imputabilidad de los Adolescentes Infractores

      OpenAIRE

      Ortega Mendoza, Nelly Esperanza

      2015-01-01

      La presente tesis se fundamenta en el aumento de delitos que el adolescente infractor comete en la actualidad, incluso la delincuencia no se detenido para utilizar a niños para sus cometidos, enmarcándose ante ello en las estipulaciones garantistas y en el proceso de juzgamiento del adolescente infractor, debido a que ésta no se puede adoptar sin tener en cuenta este especial actor o agente. Así mismo se ha tratado de visualizar la investigación desde todos los ángulos, es decir, desde el pun...

    15. [The teaching of history at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil].

      Science.gov (United States)

      Ferreira, Marieta de Moraes

      2012-06-01

      This work analyzes the trajectory of the history course at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil between 1939 and 1964/1965. Special emphasis is placed on the period between 1955 and 1965, when there was the separation of the history and geography courses, through to the onset of the reorganization of the schools and institutes of the university. The Faculdade Nacional de Filosofia was a benchmark for the other schools of philosophy in the country, as well as being a reference in the development of the history of education in Brazil. The approach adopted is geared to the field of the history of the historiography, with a focus on the study of the trajectories, institutions and relationship networks.

    16. A questão de eros na filosofia do cuidado com o corpo

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Enéas Rangel Teixeira

      2006-01-01

      Full Text Available En el presente artículo se elabora una reflexión teórica y filosófica, cuyo objetivo principal fue reflexionar sobre el concepto de Eros - el cual envuelve el deseo, el afecto y la estética en las prácticas del cuidado con el cuerpo. Este trabajo constituye una síntesis de algunas reflexiones provenientes de trabajos que incluyen la subjetividad y la estética del cuidado. Fueron realizadas relaciones entre las siguientes categorías: la sensibilidad, la estética, lo relacional y la transdisciplinariedad. Se pudo concluir que el enfoque estético aunado a la ética puede ser transformador, ya que remite a lo sensible y a la subjetividad, creando así rupturas con antiguos modelos desubjetivados del cuidado.

    17. AS DIZIMAS PERIÓDICAS NA FILOSOFIA DA MATEMÁTICA DE WITTGENSTEIN

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      André Porto

      2007-12-01

      Full Text Available O presente artigo tem como tema as extensas discussões de Wittgenstein sobre uma das formas mais simples e elementares de infinitude em matemática: as dízimas periódicas. Tentamos organizar os vários argumentos do autor em uma única exposição continuada. No final do artigo, introduzimos, ainda que de forma breve, o famoso argumento sobre “execução de regras” de Wittgenstein, bem como a idéia de interpretações nãostandard de processos infinitos.

    18. Teoria da motivação humana na filosofia natural de Hobbe

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cláudio Leivas

      2007-01-01

      Full Text Available Compreender de forma clara e sucinta como a teoria da sensação de Hobbes articula e engendra sua teoria da motivação, essa constituída pelas afecções (paixões, deliberação, vontade e ação, é o que pretendemos com o presente estudo.

    19. Algumas considerações sobre psicopatologia na filosofia de Merleau-Ponty

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Marcelo Georgetti Vieira

      2011-06-01

      Full Text Available O objetivo é destacar considerações de Merleau-Ponty sobre psicopatologias que revelam a experiência do corpo próprio como uma dimensão primordial de sentido. Valendo-se da psicanálise freudiana, que teria ao mesmo tempo elevado à ordem do sentido percebido o que, de acordo com a tradição, era considerado de ordem fisiológica (a sexualidade, e encarnado o que, também de acordo com a mesma forma de pensamento, era considerado de ordem espiritual (o pensamento, Merleau-Ponty elabora uma concepção concreta de existência, que evita a dicotomia cartesiana entre corpo e alma, ou entre orgânico e psíquico.Some considerations on psychopatology in Merleau-Ponty philosophy. The present paper aims at stressing MerleauPonty's considerations about the psychopathologies that reveal one's own body experience as a primeval dimension of the senses. Merleau-Ponty elaborated a concrete conception of existence and avoided the Cartesian dichotomy between body and soul, or between the organic and the psychic. He did that by using Freudian psychoanalysis, which had both promoted what was traditionally considered physiological (sexuality to the category of perceived sense, and embodied what was traditionally considered spiritual (thought.

    20. Filosofia e criação na escola: entre estrato e linha de fuga

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jair Miranda de Paiva

      2016-01-01

      Full Text Available Abstract: This text aims to deliberate about the power of school as stratum, even though they constitute one of the micropowers that, through discipline, punishment and examination, conforms bodies and subjectivities, can, however, become condition of another school as plant ideas such as studio experimentation. It is deliberated the deleuzian concept of virtual possibilities of thinking about creation in school, unlike the catastrophic thoughts about his impending end, as well as their inadequacy to the present time. The juncture point of these two angles is constituted by a statement about the strata in A Thousand Plateaus: “Isn’t it required to save a minimum of layers, a minimum of forms and functions, a minimum of subjects to extract material affects, and assemblages?” (DELEUZE; GUATTARI, 1997, p. 60.

    1. Caracterização da filosofia educacional do corpo docente da FUELCharacterization of educational philosophy faculty FUEL

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Helena Silva O. Carvalho

      1981-11-01

      Full Text Available Acredita-se que a caracterização de filosofia educacional de um corpo docente universitário possa subsidiar os departamentos, os centros e a própria universidade nos processos de definição e operacionalização dos seus objetivos educacionais. Com esse fim efetuou-se um estudo exploratório na Fundação Universidade Estadual de Londrina, do qual participaram vinte por cento do seu corpo docente. Baseado na descrição das correntes fllosófico-educacionais propostas por George F. Kneller em sua obra Introdução à Filosofia da Educação (1966 organizou-se um questionário com escalas bipolares, que permitiu a cada respondente expressar sua aprovação ou desaprovação, em graus diversos, a cada um dos princípios filosófico-educacionais. No instrumento, os princípios não eram identificados com as respectivas correntes, a fim de se evitar o "efeito de Halo". O trabalho apresenta os princípios dominantes tanto na Universidade como nas áreas de estudo, nas categorias "concordo muito", "discordo muito", e nas intermediárias. Verificou-se que a corrente filosófico-educacional mais representativa do modus operandi do corpo docente da Universidade é da PROGRESSIVISMO com um total de 212 escolhas. Com menor número de preferências vem o PERENIALISMO, seguido de RECONSTRUCIONISMO e ESSENCIALISMO.; O princípio do "progressivismo" que melhor caracteriza o pensamento didático do corpo docente é: "Considerando que o indivíduo aprende de acordo com os seus próprios meios e interesses, o papel do professor não é o de dirigir, mas de orientar a aprendizagem".It is said that the characterization of the educational philosophy of a university teaching staff may help the departments, the centros, and the university itself in the processes of defining and producing their educational objectives. Thus, in order to find out which was the most representative educational-philosophic current in the university, an exploratory study was carried out

    2. Integrar cultura e humanismo: desafio pedagógico da Filosofia no Ensino Superior Integrating culture and humanism: the challenge of teaching Philosophy in High Education

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Antônio Joaquim Severino

      2012-12-01

      Full Text Available O ensaio visa debater a relevância e a necessidade da Filosofia nos currículos de todos os cursos universitários, mostrando que a presença desse componente formativo é imprescindível como mediação pedagógica no Ensino Superior, tendo em vista a finalidade intrínseca da formação universitária. Parte da premissa de que essa formação, além de garantir aos profissionais preparo científico e técnico, deve lhes assegurar maturidade e sensibilidade intelectuais que gerem referências conceituais e valorativas para a intencionalização de suas práticas no mundo do trabalho, no universo social e na esfera cultural. Defende então que a Filosofia pode exercer esse papel formativo ao explicitar e discutir os problemas do conhecimento, da ação e da existência e, assim, contribuir significativamente para tornar mais consistente a qualificação dos profissionais.This essay aims to discuss the relevance and need for Philosophy in the curriculum of all university courses, showing that the presence of this component is essential as formative mediation in University Education, in view of its intrinsic purpose. It assumes that such formation, in addition to ensure scientific and technical preparation to the professional, it must assure them intellectual maturity and sensitivity that generate conceptual and evaluative references to orientate their practices in the workplace, in the social universe and in the cultural sphere. It then argues that Philosophy can play this formative role explaining and discussing the problems of knowledge, action and existence and thus contributing significantly to make professional qualification more consistent.

    3. Ciências da Linguagem e Filosofia: uma análise das relações entre Linguística, Psicolinguística e Neurociências sob a ótica da Filosofia da Mente = Language Sciences and Philosophy: analyzing the relations between Linguistics, Psycholinguistics and Neurosciences under a Philosophy of Mind point of view

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ferrari-Neto, José

      2012-01-01

      Full Text Available Algumas questões relativas à interface entre Linguística, Psicolinguística e Neuro-ciências são apresentadas e discutidas, em especial os problemas da incomensurabilidade ontológica e da granularidade (Poepp el e Embick, 2005, os quais ganham novos contornos quando considerados à luz do Problema da Redução na Filosofia da Mente (Heil, 1998; Teixeira, 2000. Dessa perspectiva, ambos os problemas são analisados a partir de propostas de solução do Problema da Redução formuladas no âmbito das teorias filosóficas da identidade, do reducionismo, do funcionalismo e da superveniência. Avalia-se a pertinência dessas propostas no que concerne à incomensurabilidade e à granularidade, ambas tomadas como fundamentais no estudo das possíveis interfaces entre as ciências da linguagem

    4. Aproximações de Roger Bastide, Jean Paul Sartre e Simone de Beauvior com o cinema de Orlando Senna: influências da Filosofia e Sociologia nas telas

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luis Alberto Gottwald Junior

      2015-02-01

      Full Text Available Em autobiografia, Orlando Senna descreve a importância dos trabalhos de Bastide, Beauvoir e Sartre para sua produção cinematográfica. Essa pesquisa buscou mapear os diálogos que o cineasta faz com o pensamento filosófico existencialista e as aproximações com a sociologia de Bastide no filme Iracema: uma transa amazônica, produzido em conjunto com o produtor Jorge Bodanzky. Dessa forma, foi possível perceber que as leituras construídas no roteiro fílmico e nas ações dos atores indicam a presença da filosofia existencialista atrelada ao pensamento feminista e marxista, o que revela a preocupação em caracterizar o pensamento filosófico dos autores no filme. Por outro lado, a preocupação em retratar a mulher negra e a aproximação de Bastide e Senna com o candomblé reitera a aproximação temática na produção. Assim, verifica-se a posição do cineasta como intelectual de esquerda, produtor de cultura que embasa seu trabalho na Filosofia existencialista.

    5. Notas sobre o problema da explicação e da experiência no ensino da Filosofia Notes on the problem of explanation and experience in the teaching of Philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rodrigo Pelloso Gelamo

      2010-08-01

      Full Text Available Apesar do esforço dos defensores do ensino da Filosofia para que essa disciplina volte a fazer parte do Ensino Médio, observamos, atualmente, seu abandono nos cursos universitários. Notamos que hoje, na sociedade normalizada e no espaço educacional, não é mais valorizado o desenvolvimento integral do pensamento, mas a transmissão de uma série de conteúdos que, supostamente, dão condições para a integração do estudante no quadro do progresso tecnológico e proporcionam sua entrada no mercado de trabalho. Circunscrevendo-se nesse contexto, neste texto pretende-se investigar o espaço em que o ensino da Filosofia se desenvolve na atualidade. Delineando os contornos de um problema que emerge nos espaços institucionais universitários onde o ensino da Filosofia ainda persiste, procurou-se evidenciar em que bases a Filosofia é ensinada. Procurou-se, ainda, compreender quais consequências os modos de compreender o ensino da Filosofia trazem para o aprendizado do filosofar. Uma consideração a que se pode chegar, a partir deste estudo, é a de que o ensino da Filosofia além de não privilegiar, e muitas vezes negar, a experiência de pensamento que o aluno pode fazer e ter com o texto filosófico, contribui para o empobrecimento dessa mesma experiência do e com o filosofar.Despite the efforts of the proponents of the teaching of Philosophy to have the subject back into the Secondary School curriculum, we watch nowadays its neglect in higher education. We observe that today, in this normalized society and in the educational sphere, the integral development of thinking is no longer valued, in favor of the transmission of a series of contents which supposedly allow the student to fit into the picture of technological progress and gain access to the labor market. Centering on this context, the present text intends to investigate the space in which the teaching of Philosophy evolves today. By sketching the contours of a problem that

    6. Filosofia e retórica em David Hume

      OpenAIRE

      Dircilene da Mota Falcão

      2014-01-01

      Uma comparação atenta entre o Tratado da natureza humana, obra de estreia de David Hume, e as Investigação sobre o entendimento humano e Investigação sobre os princípios da moral nas quais a primeira obra foi reeditada, revela uma diferença considerável na escrita do filósofo. Provavelmente levado por uma profunda decepção com sua obra inicial, Hume as reescreve adotando mudanças estilísticas e no foco de suas discussões para torná-las mais próximas de suas convicções filosóficas. Como instru...

    7. Questões im-pertinentes para a Filosofia da Educação (ImPertinent questions for the philosophy of education

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Goergen

      2006-12-01

      Full Text Available A crítica pós-moderna aos rumos da modernidade provocou uma intensa discussão em torno de alguns pressupostos básicos da tradição iluminista. Entre eles, encontram-se as noções de filosofia da história, de sujeito e de valores. Vivemos um momento histórico conturbado em que não só a filosofia da história, mas também a razão e a subjetividade, os fundamentos e os valores, as identidades e as certezas se tornam ambíguos. O estremecimento desses conceitos angulares, que orientam o pensamento e a ação do homem moderno, afeta a vida em todas as suas dimensões. E como tais conceitos representam também os fundamentos da tradição educacional, é particularmente a educação que se vê diante de novos desafios, cruciais para o estabelecimento de seus objetivos e suas práticas. O presente artigo procura assinalar a necessidade de se incorporar à Filosofia da Educação os debates que vêm sendo desenvolvidos nos campos da Filosofia, da Ética e da Estética para averiguar tanto a procedência das teses pós-modernas, quanto a sua eventual repercussão no campo da Educação. Trata-se, portanto, de defender o ponto de vista de que não é mais satisfatório rejeitar, em princípio, os argumentos dos chamados pós-modernos, mas de averiguar se sua leitura da realidade contemporânea é justificada ou não e, na seqüência, avaliar as implicações para o campo da teoria e da prática educacionais.The postmodern criticism of the directions of modernity has given rise to an intense discussion over some of the basic presuppositions of the Enlightenment tradition. Among these one finds the notions of philosophy of history, of subject, and of values. We live in a troubled moment of history in which not just the philosophy of history, but also reason and subjectivity, the foundations and values, the identities and certainties, become ambiguous. The vacillation over these cornerstone concepts, that guide the thought and action of the

    8. O Método no Tempo e na Obra de Descartes e a Inspiração Matemática

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luciano Marques de Jesus

      2017-02-01

      Full Text Available No presente artigo, aborda-se a questão do método, preâmbulo da filosofia cartesiana. Analisa-se a posição do método no tempo, na filosofia e no caminho intelectual de Descartes; a inspiração matemática: a influência da lógica, da análise dos antigos e da álgebra dos modernos, no que possuem de positivo e válido, sem os seus defeitos e limitações, na constituição do método.

    9. GIORGIO AGAMBEN E A FILOSOFIA DA COMUNIDADE NEGATIVA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jonnefer F. Barbosa

      2015-07-01

      Full Text Available Este artigo pretende estabelecer uma digressão crítica emtorno dos conceitos de comunidade e soberania, tomando comoreferência conceitual as análises de Giorgio Agamben, em suaparticular recepção do conceito de “comunidade negativa”,formulado por Georges Bataille e retomado por Maurice Blanchotem “La Communauté inavouable” (1983 e Jean-Luc Nancy em “Lacommunauté desoeuvreé” (1986. A pesquisa exporá a influênciadestes ensaios na hipótese teórica de “La comunità che viene”(1990, contextualizando o abandono desta categoria no interiordas obras posteriores de Giorgio Agamben, procurando demarcarde que modo o início da arqueologia agambeniana do paradigmada soberania é antecipado por uma ruptura em relação àconstelação de conceitos do debate sobre a comunidade,problematizando algumas das implicações filosóficas de talrompimento.

    10. A poesia como fonte histórica para o estudo da filosofia do direito Poetry as historical source to the study of philosophy of law

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Moacyr Motta da Silva

      2010-11-01

      Full Text Available This study aims to demonstrate, from reading the classic poetry of Homero, that its verses, created by the author, form a rich source of topics to Philosophy of Law. So, it is important to detach that the work which was object of this research is a poetry. Homero seems to have it written with the aim of demonstrating that, even in its poetic art, the artist uses the principles of Moral, Ethics, Justice to point that no Society sustains itself in the richness of achieving robbery, treachery, lies. From this universe of themes, the author elaborated the following topics: The Prediction of Tragedy; 2.0 The war between two kingdoms: the first cause; 3.0 First Reading of Moral; Second Reading of Politics; Reading III Poetic Esthetics, Reading IV Symbolic – the balance as an Instrument of Equilibrium; Reading V The Judge; Reading VI About Religious and Society; Reading VII The Poetry of Homero as an educational instrument. This introspective research, developed based on the poetry of Homero, aims to detach topics related to Philosophy of Law.O estudo procura demonstrar, a partir da leitura da clássica poesia de Homero, que os versos produzidos pelo autor constituem uma rica fonte de temas para a Filosofia do Direito. Releva assinalar que a obra pesquisada se constitui de uma poesia. Homero parece tê-la escrita com o objetivo de demonstrar que, até mesmo na arte poética o artista pode valer-se dos princípios da Moral, da Ética, da Justiça para assinalar que nenhuma Sociedade se sustenta na riqueza da conquista por assaltos, traições, mentiras. A partir deste universo temático, o autor elaborou os seguintes tópicos: A predição da Tragédia; 2.0 A Guerra entre Dois Reinados: causa primeira; 3.0 Leitura I Da Moral. Leitura II Da Política; Leitura III Estética poética; Leitura IV O simbólico – a Balança como Instrumento de Equilíbrio; Leitura V Do Juiz. Leitura VI Da Cultura Religiosa e Sociedade; Leitura VII A poesia de Homero como

    11. "DOUGLAS E O LIVRO DE LUZ": ESCOLA, FILOSOFIA E RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES

      OpenAIRE

      Profª Drª Daniella Barbosa Buttler; Jovino José Balbinot

      2014-01-01

      O presente artigo aborda a interdisciplinaridade por meio do romance "Douglas e o livro de luz", de Jack Brandão. Tal obra tem como protagonista um garoto que precisa buscar estratégias para encontrar um livro que contém todo o saber, todo o conhecimento do mundo. Douglas reconstrói todo um significado por meio das diferentes áreas do conhecimento: filosofia, história, religião, metodologia, física, ilustração, ciência, entre outras. Nesta perspectiva, à luz dos teóricos Sartre, Edgar Morin, ...

    12. La filosofia della reciprocità: banche del tempo e sistemi di scambio non monetario

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Paolo Coluccia

      2003-12-01

      Full Text Available Questo saggio riporta un'indagine della mia attuale ricerca sociale ed economica. Il testo ripropone con qualche variazione ed aggiornamento la mia relazione tenuta al 'Foro Andaluz por un Reparto Igualitario del Tiempo' organizzato a Granata dall'Instituto Andaluzo de la Mujer, Junta de Andalucia, nel dicembre 2002, e cerca di far emergere la filosofia che è alla base delle Banche del tempo e dei sistemi di scambio locale non monetari, fondando un percorso di riflessioni intorno alla reciprocità, alla simmetria e allo scambio sociale.

    13. Psicoterapia e filosofia. Un progetto di ricerca adleriano su inferiorità e compensazione

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Franco Maiullari

      2012-11-01

      Full Text Available Questo scritto presenta un Progetto di ricerca su due dei più importanti concetti del modello psicoterapeutico adleriano (Psicologia Individuale – cioè l’inferiorità e la compensazione – in una prospettiva evoluzionistica e psicodinamica. L’ipotesi di lavoro è che questi due concetti siano presenti trasversalmente in vari ambiti (psicoterapia, filosofia, religione, mitologia, storia, politica, ma anche etologia, biologia e genetica, pure con le loro specificità. Il Progetto di ricerca sviluppa alcune congetture che sono state chiamate “Le leggi fondamentali dell’inferiorità e della compensazione psichica nell’uomo”.

    14. A filosofia da religião de Antony Flew : do ateísmo ao deísmo

      OpenAIRE

      Queiroz Júnior, Ilton de

      2013-01-01

      A presente dissertação trata da análise pormenorizada da filosofia da religião de Antony Flew, das teses ateístas às deístas, apresentadas por ele para justificar sua “conversão”, como ele mesmo denomina esta mudança. Antony Flew é considerado por muitos como um dos grandes filósofos do século XX. Escreveu sobre os mais diversos assuntos dentro da filosofia, principalmente nas áreas da lógica, linguagem, política e religião. Publicou em 1950 o seu pri...

    15. Filosofia africana para descolonizar olhares: perspectivas para o ensino das relações étnico-raciais

      OpenAIRE

      Machado, Adilbênia Freire; UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

      2014-01-01

      Resumo: O texto traz uma teia que tem como centro a Filosofia Africana; para se chegar a esse centro, no intento de trazer contribuições e perspectivas outras para “descolonizar olhares” e implicando perspectivas para o ensino das relações étnico-raciais, três conceitos fundamentais serão trabalhados: ancestralidade, encantamento e alteridade. Sabe-se que a filosofia, por séculos, fora usada como meio de colonização, justificando as barbáries cometidas em nome de uma “civilização”, usurpando ...

    16. A Experiência filosófica de Merleau-Ponty com uma não-filosofia: por que um diálogo com a psicanálise?

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ronaldo Manzi Filho

      2013-06-01

      Full Text Available Este artigo tem por objetivo mostrar como o diálogo de Merleau-Ponty com a psicanálise foi fundamental em sua experiência filosófica. Para isso, devemos responder a uma questão anterior: por que um diálogo com as não-filosofias? Iremos destacar como este diálogo é constitutivo no seu modo de pensar. Trata-se no fundo de uma estratégia: de retomar o que as filosofias do seu tempo haviam excluído do seu interior. Entretanto, daremos privilégio ao diálogo com a psicanálise, isto porque o método psicanalítico e essa estratégia filosófica merleau-pontyana parece convergirem: uma busca arqueológica da relação do corpo consigo mesmo, com o mundo e com outrem. Iremos fazer um breve resumo de como o obscuro, o patológico, o mórbido etc., sempre estiveram presente na sua obra, destacando o papel da psicanálise neste percurso.

    17. A Filosofia diante do tecnicismo da sociedade de informação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Renato Nunes Bittencourt

      2010-08-01

      Full Text Available

      Neste artigo se problematiza de que maneira a Filosofia (enquanto saber e disciplina escolar, se encontra em uma situação de contestação perante a ordem tecnocrática imperante em nossa “pós-moderna” sociedade da informação, caracterizada pela legitimação de um “utilitarismo” vulgar em que se considera que somente é pertinente para a vida humana a realização de estudos ou funções que pretensamente tragam resultados materiais imediatos. Tanto pior, esse modelo “informativo” rompe com o paradigma intelectual de “formação” individual, que é intrinsecamente singular e regulada por disposições existenciais alheias aos parâmetros “morais” da normatização do sistema de ensino. Favorecendo a reflexão e a análise paciente e rigorosa da realidade circundante, a Filosofia pode ser um recurso de transformação do mecanismo alienante vigente, presente mesmo no local onde a mediocridade deveria ser progressivamente eliminada, as instituições de ensino.

    18. Breves considerações acerca da poesia, da filosofia e da crítica literária

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Affonso Henrique Vieira da Costa

      2016-07-01

      Full Text Available O trabalho se constitui diante de uma indagação: É possível falar sobre a arte? Ele tem por objetivo tecer considerações em torno da relação existente entre poesia, filosofia e crítica literária.

    19. "USO POLÉMICO DA RAZÃO", OU "PAZ PERPÉTUA EM FILOSOFIA"? SOBRE O PENSAMENTO ANTINÓMICO E O PRINCÍPIO DE ANTAGONISMO EM KANT

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Leonel Ribeiro dos Santos

      2014-01-01

      Full Text Available Fazendo a leitura cruzada de um tardio ensaio de Kant – Anúncio da próxima assinatura de um tratado para a paz perpétua em filosofia (1796 – e da segunda secção do primeiro capítulo da Teoria Transcendental do Método da Crítica da Razão Pura, que leva o título "Disciplina da razão pura em relação ao seu uso polémico", tenta-se identificar e compreender a aparente contradição do programa da crítica kantiana da razão, o qual, se, por um lado, se anuncia com a intenção de resolver os intermináveis conflitos que têm lugar na arena da razão pura, superando o escândalo das aparentes contradições da razão consigo mesma e estabelecendo, enfim, a "paz perpétua em filosofia", por outro, conduz-se mediante um procedimento dialéctico inspirado na retórica judicial, fazendo apelo a um "uso polémico da razão pura", como sendo a forma mais adequada e, na verdade, segundo o filósofo crítico, a única disponível, para neutralizar, seja as pretensões do dogmatismo, seja as do cepticismo a propósito das questões metafísicas. Ao mesmo tempo que a nossa reflexão nos leva a caracterizar a pax philosophica kantiana e as pressupostas homologias entre a solução dos conflitos políticos e a dos conflitos especulativos, chega-se por ela também a reconhecer que toda a filosofia kantiana está originariamente determinada por uma concepção agónica da vida, da sociedade humana, do cosmos, da própria razão.

    20. A Filosofia e seu ensino como phármakon The teaching of Philosophy as pharmakon

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Walter Omar Kohan

      2012-12-01

      Full Text Available O presente texto busca problematizar o valor e o sentido de ensinar filosofia a partir de sua caracterização como phármakon a partir das figuras de Sócrates e Platão. Numa primeira parte, destaca a forma em que Sócrates apresenta a Filosofia, as suas condições e a ele próprio como filósofo no Fedro e em passagens de outros diálogos de Platão; num segundo momento, detalha a condenação de Platão à escrita no Fedro, levando em consideração aportes críticos de J. Derrida e G. Deleuze para estabelecer o que está em jogo nessa condenação; numa terceira seção, apresenta os efeitos pedagógicos e políticos dessa condenação e como ela coloca Platão numa posição surpreendentemente oposta em relação ao seu próprio mestre, Sócrates. Finalmente, são extraídas algumas conclusões dessa disputa e do valor que ela pode ter para o que hoje pensamos sobre o ensino de Filosofia no Brasil.This article goes back to Socrates and Plato to reach for elements that help us to think about the meaning and sense of teaching Philosophy through the concept of pharmakon. In the first section, we present a characterization that Socrates makes on Philosophy, its conditions and on himself as a philosopher in Phaedrus and in some other dialogues by Plato; the second section offers details of Plato's condemnation for writing in Phaedrus, taking into consideration the criticism of J. Derrida and G. Deleuze to establish what is at stake in that censure; in the third section, the pedagogical and political effects of such condemnation are presented, and also how it places Plato in a surprising opposite position in relation to his own teacher, Socrates. Finally, there are some conclusions of that combat and of its value for those who are now thinking the teaching of Philosophy in Brazil in the present moment.

    1. A Filosofia Humanista de Fromm como Ciência do Homem

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rainer Funk

      2010-07-01

      Full Text Available O conjunto da obra de Fromm revela que ele estudou Kant, Hegel, Nietzsche, Herbert Spencer, John Stuart Mill e William James, Heidegger, Sartre, Bloch e Habermas, mas nenhum deles marcou seu pensamento de verdade, e nem a filosofia de valores do seu mestre Rickert, em Heidelberg, reflete no seu pensamento. Fromm, porém, se vê profundamente ligado a pensadores como o filósofo judaico Maimônides, como a Cohen e Cassirer, Aristóteles, Espinoza e Marx, mais tarde também a Tomás de Aquino.

    2. Uma filosofia política para a transformação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Sávio Teixeira

      2011-11-01

      Full Text Available Este artigo analisa o pensamento de Roberto Mangabeira Unger. Interpreta-o como resultado do esforço de construção de um projeto intelectual ambicioso, que se desenvolveu através do entrelaçamento dialético de três planos: o da filosofia, o da teoria social e o da política. Explicita as críticas e as assimilações do autor com relação às tradições teóricas escolhidas por ele para diálogo e argumenta que a empreitada, original, representa uma inovação no pensamento contemporâneo.

    3. REFLEXÃO & ENCENAÇÃO EM FILOSOFIA E CONVERSA DE BOTEQUIM, DE NOEL ROSA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Mayra Pinto

      2012-01-01

      Full Text Available In Noel Rosa’s humorous works, particularly in songs in which he comments on his behavior, the poetic voice that emerges is the one of the sambista in tension with some system of values; as a rule, his kind of enunciation evokes some opposition to the positive values attributed to formal employment. This article — through the analysis of two of his songs, Filosofia and Conversa de botequim, and through the recurring approach of dissimulation — discusses the idea that the composer elicits the need for a social mask to survive in society either criticizing it or deriding it. In this sense, the Noelian work is affiliated to the romantic irony which confronted bourgeois values as a recurrent discursive strategy. The analysis follows a Bakhtinian enunciative perspective, which ideologically and aesthetically maps the lyric voice of the two songs, that is, how they were composed, with what voices they dialog in opposition to or in conjunction with those values.

    4. A teoria da representação como primeiro princípio da filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ivanilde Fracalossi

      2015-06-01

      Full Text Available Este artigo visa mostrar a contribuição que Reinhold oferece para o Idealismo Alemão, período filosófico subsequente a Kant quando, determinado a encontrar o ponto de partida do qual derive os conhecimentos teórico e moral, não hesita em examinar cuidadosamente todas as filosofias que imediatamente surgem após a dele e, muitas vezes, até se rende a elas, considerando-as mais apropriadas que a sua própria para o alcance daquilo que buscava: um primeiro princípio que vincule o que em Kant estava separado. Para tanto, Reinhold parte do método transcendental kantiano, e, assim, tenta também, numa só tacada, escapar daquilo que Jacobi chamou de subjetivismo absoluto, referindo-se ao método kantiano.

    5. Filosofia da tecnologia e educação: conservação ou crítica inovadora da modernidade?

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Geraldo Antônio da Rosa

      Full Text Available Resumo: O campo dos estudos sobre ciência e tecnologia e seus benefícios na vida das populações está sendo questionado de maneira veemente nos últimos tempos. A justificativa de que o desenvolvimento da ciência e da tecnologia avança de maneira inexorável e neutra caiu por terra, frente às inúmeras confrontações e limites a que ficou exposta essa racionalidade. São muitos testemunhos e mesmo movimentos teóricos que questionam essa crença atualmente. Nesse texto, pretende-se delimitar alguns marcos teórico-conceituais nos quais se desenvolvem tais propostas do ponto de vista de sua relação com a educação. Para isso, parte-se da discussão, proposta por Marilena Chauí, sobre o modo como se constitui a racionalidade moderna e sua forma de apropriação pelas populações através da ideologia do cientificismo. A seguir, a crítica a essa racionalidade é avaliada segundo os preceitos da Escola de Frankfurt, especialmente na visão de Marcuse e Feenberg. Por último, procura-se apresentar alguns fundamentos dos estudos do movimento Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S sobre essas questões, derivando reflexões para o campo da educação. Trata-se de avançar a discussão de suas origens, conforme exposto na filosofia da tecnologia, de Heidegger, a qual acredita ser destino da humanidade viver sob a égide da técnica, em busca de uma outra relação com a realidade, mais em harmonia com a natureza.

    6. Sobre as afinidades entre a filosofia de Francis Bacon e o ceticismo

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luiz A. A. Eva

      2006-06-01

      Full Text Available Este texto se ocupa de um exame, em caráter introdutório, das relações entre a reflexão de Bacon acerca das limitações de nossas faculdades e o ceticismo filosófico - um tema pouco considerado pela literatura mais recente, a despeito das muitas referências a tal filosofia. Ainda que, à primeira vista, tais referências possam parecer vagas e imprecisas, pensamos que um exame adequado de algumas delas pode revelar, não apenas a importância do tema para a compreensão de aspectos do seu próprio empreendimento, mas o interesse de Bacon pela literatura cética contemporânea. As peculiaridades de sua própria interpretação, por sua vez, parecem antecipar traços do modo como essa filosofia foi compreendida por filósofos posteriores, como Hume.This text focuses, in a preliminary way, on the relations between Francis Bacon's reflections on the limits of our cognitive faculties and philosophical skepticism, a theme not much considered by most of recent commentaries, in spite of Bacon's own explicit and numerous allusions to this philosophy. Even if these allusions seem at first sight somewhat loose and not very sharp, some of them reveal, we think, not only its relevance for understanding of some aspects of his own enterprise, but also Bacon's attention to the skeptical literature produced on the period. Moreover, the particularities of his own interpretation of skepticism seem to anticipate important features of the way this philosophy was understood by later philosophers as Hume.

    7. Individualismo, liberalismo e filosofia da história Individualism, liberalism and philosophy of history

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      João Paulo Bachur

      2006-01-01

      Full Text Available O artigo aborda a principal questão da teoria política: a legitimidade. O tema é desenvolvido a partir dos conceitos básicos da filosofia política iluminista: individualismo, liberalismo e filosofia da história, com a ajuda da historiografia conceitual de Reinhart Koselleck, para demonstrar, como resultado, uma aporia política. A articulação específica entre esses conceitos é então utilizada para ler os principais trabalhos de Friedrich August von Hayek, como um exemplo da adaptação desse conjunto conceitual para o neoliberalismo, e, de outro lado, para ler o núcleo da obra de Jürgen Habermas, como exemplo da versão social-democrata dessa adaptação. A conclusão aponta para a teoria de sistemas de Niklas Luhmann como uma possível alternativa à aporia política herdada do arcabouço conceitual do Iluminismo.The paper addresses the main issue of political theory: legitimacy. The theme is developed beginning with the basic concepts of the political philosophy of the Enlightenment: individualism, liberalism and philosophy of history, with the help of the conceptual historiography of Reinhart Koselleck, to point out a political aporia. The specific articulation between those concepts is then used to read the main works of Friedrich August von Hayek, as an example of the adaptation of that framework to neoliberalism and, on the other hand, to read the core of the work of Jürgen Habermas, as an example of the social-democratic version. The conclusion points to the systems theory of Niklas Luhmann as a possible alternative to the political aporia inherited from the basic conceptual framework of the Enlightenment.

    8. Pragmatism in Philosophy, Realism in Law and the Double Assault on Classical Political Economy: the foundations of the First Law and Economics Movement in American Progressive Era America (1880-1930 / Pragmatismo em Filosofia, Realismo em Direito e o Duplo Assalto à Economia Política Clássica: as bases do First Law and Economics Movement na Progressive Era Americana (1880-1930

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alfredo Copetti Neto

      2012-12-01

      Full Text Available This essay aims to discuss the socalled First Law and Economics Movement, linked to the American Progressive Era, whose design allowed a paradigmatic rupture in the american legal practice. Lawyers and economists have joined together to unravel by one hand, the positions assumed by the distinctly economistic U.S. Supreme Court in the early twentieth century, based on laissez-faire and justified, contrary sense, as mere formalists; on the other hand, sought to propose interaction of both disciplines (law and economics to enhance the consideration of historical and social aspects of judicial decisions and, therefore, open for the discussion of the possibility of redefining the economic fundamentals of the general welfare of society. In this sense, it welcomes, therefore, the existence of an economic movement of the law, linked with the progressists and clearly earlier from that started in the 60s of the twentieth century by the University of Chicago.O presente ensaio visa discorrer sobre o chamado First Law and Economics Movement, vinculado à Progressive Era Americana, cuja concepção possibilitou uma ruptura paradigmática na prática jurídica dos Estados Unidos. Juristas e economistas se uniram para desvendar, por um lado, as posições nitidamente economicistas assumidas pela Suprema Corte Americana no início do século XX, fundadas na economia do laissez-faire e justificadas, contrário senso, como meramente formalistas; por outro, buscaram propor a interação de ambas as disciplinas (direito e economia para potencializar a consideração dos aspectos histórico-sociais das decisões judiciais e, com isso, abrir vista à discussão acerca da possibilidade de se redefinir os fundamentos econômicos do bem-estar geral da sociedade. Nesse sentido, enaltece-se, por consequência, a existência de um movimento econômico do (ao direito de cunho progressista e nitidamente anterior aquele iniciado na década de 60 do século XX pela University

    9. Filosofia buberiana e a produção da pós-graduação Stricto Sensu brasileira: revisão integrativa

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Diego Schaurich

      2011-12-01

      Full Text Available Revisão integrativa que objetivou caracterizar a produção do conhecimento da Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira que se desenvolveu à luz da filosofia de Martin Buber. A coleta de dados ocorreu no Banco de Teses da CAPES e 66 produções compuseram a amostra. O período de 2003 a 2007 agrupou a maioria dos estudos que foram defendidos em programas de Educação e Psicologia. A maior parte foi produzida na região Sudeste e focada nas temáticas processo ensino-aprendizagem e sexualidade humana. Conclui-se que a utilização deste referencial, por sua abrangência e complexidade, tem servido a diferentes disciplinas do conhecimento no subsídio a distintos objetos de investigação. Ainda, configura uma alternativa à saúde e à Enfermagem para o desenvolvimento do cuidado relacional-dialógico e humanístico.

    10. Marxismo e filosofia: algumas considerações sobre os textos políticos Merleau-Pontyanos do pós-guerra

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cristina Diniz Mendonça

      1987-01-01

      Full Text Available A tentativa merleau-pontyana de aproximação do marxismo, empreendida nos idos do pós-guerra, é perpassada por constante ambigüidade. Não obstante o propósito do filósofo de se filiar à teoria de Marx, suas análises políticas revelam-se distantes de suas intenções. Concebendo a história como uma "aventura" que escapa a qualquer esquema racional, Merleau-Ponty questiona, desde seus primeiros escritos, a dialética marxista entre lógica e contingência na história. A tensão interna que dilacera os textos do autor nos anos 40, anunciando (e preparando a recusa da teoria da revolução estampada mais tarde nas Aventuras da Dialética, permite indagar se esse desfecho dos anos 50 não teria sido, ao invés de um corte no interior da obra, o resultado necessário dessa tentativa problemática de aproximação do marxismo a partir de categorias que lhe são estranhas (próprias às filosofias da existência e à fenomenologia.

    11. A filosofia assistencial de uma maternidade pública do sul do país sob o olhar de sua equipe profissional

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Odaléa Maria Brüggemann

      2011-02-01

      Full Text Available Pesquisa descritivo-exploratória com objetivo de avaliar a implementação da filosofia assistencial de uma maternidade de ensino, sob a ótica dos profissionais. Participaram 113 profissionais que atuavam no segundo semestre de 2007. Os dados coletados por meio de questionário foram analisados por estatística descritiva. Do total de respondentes, 51,4% consideram que os 12 princípios são operacionalizados plenamente e 46,8%, parcialmente. Para um elevado percentual (> ou = 70,0%, aqueles relacionados aos direitos dos usuários são mais operacionalizados, seguidos dos que contemplam os aspectos gerais da assistência (> ou = 50,0%. Os que tratam da integração entre os profissionais e os serviços encontram-se entre os menos operacionalizados em alguns setores (< ou = 50,0%. Faz-se necessário conhecer os fatores que interferem negativamente na efetivação de todos os princípios filosóficos, integralmente.

    12. Estrategias de difusion del conocimiento de los investigadores en la Facultad de Filosofia y Letras de la Universidad de Buenos Aires

      National Research Council Canada - National Science Library

      Romanos de Tiratel, Susana; Contardi, Silvia; Giunti, Graciela M

      2010-01-01

      Se presentan los resultados finales de una investigacion (UBACYT F157)1 que determino los indicadores de la produccion cientifica de la Facultad de Filosofia y Letras de la Universidad de Buenos Aires correspondientes al ano 2007...

    13. Ensino de filosofia e cidadania nas ''sociedades de controle'': resistência e linhas de fuga Philosophy teaching and citizenship in ''societies of control'': resistance and lines of flight

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Sílvio Gallo

      2010-04-01

      Full Text Available Este artigo tem por objetivo problematizar as relações entre ensino de filosofia e cidadania na sociedade contemporânea. Assume a caracterização de Lipovestky dos ''tempos hipermodernos'', baseados na hiperbolização dos três eixos da modernidade: o mercado, o indivíduo e a eficiência técnica. A forma política predominante é aquela que Deleuze denominou de ''sociedades de controle'', operando segundo a lógica da biopolítica, desvendada por Foucault. Recorre a Rancière para mostrar que, nessas sociedades, vivemos mais no âmbito da polícia, como administração do social, do que da política, como acontecimento de uma ruptura. Interroga-se: em que consiste a cidadania? Em afirmar essa sociedade de controle ou em opor resistências a ela, traçando linhas de fuga? Para pensar um ensino de filosofia que seja a prática do pensamento autônomo e criativo, o artigo escolhe a segunda opção, propondo um ensino de filosofia que enxameie saídas, que crie armas de resistências e criação.This paper is aimed at problematizing the relations between philosophy teaching and citizenship in the contemporary societies. It takes Lipovetsky's concept of ''hypermodern times'', based on the hyperbolization of the three axes of modernity: the market; the individual and technical efficiency. The prevailing political form is the ''societies of control'', to use a Deleuzian concept, which works with the biopolitical logics, unveiled by Foucault. The author draws on Rancière's thoughts to show that, in these societies, we live under the social administration of the police, rather than in the field of politics, as in a disupting event. We then ask: what is citizenship? Is it the affirmation of this society of control or a resistance to it, with subjects finding their way out? In order to think about philosophy teaching as practice of autonomous and creative thinking, this paper takes the second option, proposing the teaching of philosophy as

    14. CLASSIFICATION, POSITION AND TENDENCY IN PHILOSOPHY CLASSIFICATION, POSITION ET TENDENCE EN PHILOSOPHIE CLASSIFICAÇÃO, POSIÇÃO E TENDÊNCIA EM FILOSOFIA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Yves Vargas

      2008-12-01

      trabalhar e responder às dificuldades que se apresentam: nas ciências, na sociedade, na cultura (nela compreendida a própria filosofia. Isso porque uma filosofia é relativa a uma paisagem, no seio da qual ela toma posição, na qual ela se orienta, ou seja ela se esforça por tomar tal direção antes que outra, é isso que eu chamo “tendência”. Uma filosofia pode, então, tomar uma tendência que parece oposta às idéias que ela propõe. Por exemplo, Berkeley sustenta idéias realistas (primazia das sensações e as inscreve em uma tendência espiritualista (inexistência do real reduzido às representações. Outro exemplo, Kant afirma a excelência da democracia (a razão comanda uma política desejada pelo povo, mas ele a inscreve em uma tendência aristocrática (não é o povo real que faz a política. O caso de Jean-Jacques Rousseau é exemplar: ele ataca os “materialistas” e os “ateus”, afirma a liberdade de espírito e a existência de Deus, mas seu espiritualismo se inscreve em uma lógica radicalmente materialista. É esta dificuldade que torna a leitura de sua obra complexa e o que explica que alguns o fazem um kantiano, outros um hegeliano, outros um hursseliano, etc.

    15. A ética na sociedade, na área da informacao e da atuac~a

      OpenAIRE

      Quiñones Torres, Aída Julieta; Pontificia Universidad Javeriana

      2009-01-01

      Reseña del Libro: Ferreira Gomes, H.; Martins Bottentuit, A.; Espinheiro de Oliveira y M. O. (organizadoras) A ética na sociedade, na área da informação e da atuação profissional: o olhar da Filosofia, da Sociologia, da Ciência da Informação e da Formação e do Exercício Profissional do Bibliotecário no Brasil Brasilia: Conselho Federal de Biblioteconomia- Comissão de Ética Profissional, 2009, 192 p. isbn: 978-85-62568-01-5

    16. A filosofia sartreana como fundamento da educação Sartre: a possible foundation for educational theory?

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Bonnie Burstow

      2000-04-01

      Full Text Available A filosofia de Sartre pode ser fundamento para uma educação progressista centralizada no estudante? Sérias críticas são levantadas por alguns estudiosos, que alegam que sua visão das relações humanas é por demais restritiva. Eis a temática que o autor procura esclarecer ao examinar a extensão de tais objeções e a conveniência da filosofia sartreana perante a teoria educacional.Is Sartrean philosophy a possible grounding for progressive student-centered education? Some critics raise serious objections: his view of human relations would be too restrictive, they claim. That's the issue the author tries to clarify by examining the range of those objections and the suitability vis-a-vis educational theory.

    17. Introdução geral à filosofia da ação em Caguilhem: conceitos, contextos e obras

      OpenAIRE

      Emiliano Sfara

      2016-01-01

      Esse artigo é uma introdução geral à filosofia da ação nos trabalhos de Georges Canguilhem. O conceito canguilhemiano de ação define precisamente a superação do livre agir contra as normas abstratas e rígidas. Baseados em 1) diversos manuscritos não publicados (como "Qu'est-ce qu'agir?" ou "Objet et nature de la philosophie") e 2) uma análise geral dos campos metodológicos (estética, filosofia, história da ciência etc.) que caracteriza a produção filosófica de Canguilhem, pretendemos esclarec...

    18. Introdução geral à filosofia da ação em Caguilhem: conceitos, contextos e obras

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Emiliano Sfara

      2016-05-01

      Full Text Available Esse artigo é uma introdução geral à filosofia da ação nos trabalhos de Georges Canguilhem. O conceito canguilhemiano de ação define precisamente a superação do livre agir contra as normas abstratas e rígidas. Baseados em 1 diversos manuscritos não publicados (como "Qu'est-ce qu'agir?" ou "Objet et nature de la philosophie" e 2 uma análise geral dos campos metodológicos (estética, filosofia, história da ciência etc. que caracteriza a produção filosófica de Canguilhem, pretendemos esclarecer o alcance teórica desse conceito à luz do contextos histórico e filosófico no qual ele se desenvolveu.

    19. MERLEAU-PONTY E A FILOSOFIA DA NEGATIVIDADE EM O VISÍVEL E O INVISÍVEL

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Adilson Xavier da Silva

      2007-12-01

      Full Text Available O artigo tem como objetivo descrever a crítica de Maurice Merleau-Ponty (1908- 1961 sobre a Filosofia da negatividade, especialmente em sua obra O visível e o invisível (1964 publicada após sua morte. Essa crítica é endereçada principalmente ao filósofo Jean- Paul Sartre (1905-1980.

    20. Psicologia, Filosofia, encruzilhadas, experimentações: caminhos possíveis no diálogo com Kierkegaard e Foucault

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Heliana de Barros Conde Rodrigues

      Full Text Available O presente artigo parte do dilema apontado na conferência de Canguilhem Que é a Psicologia? de 1956, a fim de mostrar sua atualidade e também que é possível acrescentar-lhe as problematizações contemporâneas que tratam da psicologização e da neurocientifização dos atuais processos de subjetivação. O que temos feito de nossas vidas e de nossas práticas e como agir livremente perante a ameaça crescente de robotização e de cerebralização dos modos de subjetivação? A fim de não ficarmos paralisados frente a tais impasses, sugerimos caminhos possíveis a partir do encontro com Kierkegaard e Foucault, filósofos que se inscrevem, para usar a expressão foucaultiana, em uma via de experimentação não metafísica, caminho esse que já foi bastante privilegiado se voltarmos o olhar para a Filosofia antiga dos exercícios espirituais, porém, que foi sendo esquecido aos poucos pela tradição filosófica ocidental. Uma psicologia experimentante é, por fim, sugerida como caminho possível, na tentativa de reconhecer e/ou de evitar os perigos inicialmente apontados. Sabendo-se que não se pode eliminá-los do cotidiano das práticas psi, pode-se ao menos estar mais atento aos mesmos, sendo esse o objetivo do presente texto.

    1. O xaxado como dança dionisíaca a partir da filosofia Nietzscheana The xaxado how to dance dionysian from philosophy Nietzschean

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rafael Valladão

      2011-06-01

      Full Text Available Tendo como referencial teórico as obras do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, o objetivo deste artigo foi promover uma discussão, sobre como o modelo apolíneo e dionisíaco e o super-homem, se relacionam com o xaxado, proveniente do cangaço. Nesta perspectiva o artigo se divide em duas partes: na primeira, discute temas inerentes à filosofia nietzscheana como transvaloração, super-homem, modelos apolíneos e dionisíacos; na segunda apresenta a alegoria do xaxado como dança dionisíaca, e como este pode ser uma possibilidade para o surgimento do super-homem. Que criaria seus próprios valores, de acordo com sua vontade de potência, seu sentimento de poder.Having as reference theoretical the works of German philosopher Friedrich Nietzsche, the aim of this article was to promote a discussion on how the model Apollonian and Dionysian and the superman relate with the xaxado, from the cangaço. In this perspective the article is divided into two parts: the first discusses issues related to the Nietzschean philosophy as unwethung, superman, Apollonian and Dionysian models. The second presents the allegory of xaxado as Dionysian dance, and how this may be a possibility for the emergence of the superman, that would create its own values, according to his will to power, their sense of power.

    2. Ways to live history. Or philosophy, culture, and architecture in the origins of the museum Altes in Berlín Formas de habitar la historia. O la filosofía, la cultura y la arquitectura en la fundación del Museo Altes de Berlín Modos de habitar a história ou Filosofia, cultura e arquitetura na fundação do Altes Museum de Berlim

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabiano Lemos

      2011-01-01

      proceso de estructuración de los museos y la reestructuración de las colecciones de historia natural en ciudades como París y Berlín en la transición para el siglo XIX, para convencernos del asombro con el origen que ya no se reconoce y que se convierte en objeto de interés científico y popular, y que guió cada una de las decisiones involucradas en este proceso. El museo es sólo una de las instituciones en que el hombre, a través de una serie idealizaciones del espacio complejo, se entrega a el espectáculo de un tiempo perdido, y por lo tanto una cultura cuyo esfuerzo educativo sólo puede aprender asociándose a estas instituciones. Lo que debemos investigar - y el estudio de caso de la discusión en torno a la fundación del Museo Altes en Berlín entre 1822 y 1830 puede hacer estas investigaciones más concretas - es que las políticas institucionales han hecho posible el surgimiento de este nuevo modelo ideológico, y en sentido contrario, que elaboraciones conceptuales confirmaron y legitimaron la nueva topografía pragmática del tiempo en la modernidad dentro de la institución que tenía como objetivo, precisamente articular y gestionar el pasado y la memoria.

      Desde a aurora do que hoje entendemos como modernidade o homem se espanta com sua finitude.  O burguês dos séculos XVIII e XIX precisou elaborar intrincados mecanismos de preservação de passado e de vinculação com ele. No círculo dos philosophes, o conceito de tempo passa a se duplicar na idéia de origem, que, para eles, se tornou opaca. Basta pensarmos no amplo processo de estruturação dos museus e de reestruturação das coleções de história natural em cidades como Paris e Berlim, na passagem para o século XIX, para nos convencermos de que o assombro com a origem que não mais se reconhece, que se torna objeto de interesse científico e popular, orienta cada uma das decisões envolvidas neste processo.  O museu é apenas uma das institui

    3. FILOSOFIA ANALÍTICA E PRAGMATISMO: W. SELLARS E C.S. PEIRCE SOBRE O “MITO DO DADO”

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Renato Salatiel

      2010-03-01

      Full Text Available Em Empirismo e Filosofia da Mente, de 1956, Wilfrid Sellars criticou a teoria do “mitodo dado”, quer dizer, a ideia de que o conhecimento empírico repousa sobre a fundação de saberesnão-inferenciais. Ao lado de trabalhos de W.V.O. Quine e do “segundo” Wittgenstein, o texto deSellars foi responsável por colocar a filosofia analítica num estágio adiante de suas origens nopositivismo lógico, e também por cultivar o diálogo com o pragmatismo, sobretudo com osfilósofos neopragmatistas. Contudo, quase noventa anos antes do clássico de Sellars, CharlesSanders Peirce, considerado o fundador do pragmatismo, elaborou uma epistemologia póscartesianana qual negava, de modo semelhante, que o conhecimento intuitivo pode servir de basepara crenças. O presente artigo objetiva investigar a proximidade destas teorias, contribuindo paraestreitar as relações entre filosofia analítica e pragmatismo. Conclui-se que Peirce, diferente deSellars, mantém uma forma “saudável” de empirismo “fraco”, que serve de atrito para a elaboraçãoconceitual, ainda que sobre experiências futuras.

    4. Deleuze: por uma ontologia da aula de filosofia repetição cria diferença

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Marcos Ribeiro de Santana

      2012-06-01

      Full Text Available O presente ensaio corresponde à tentativa de constituição de uma ontologia da Aula de Filosofia, a partir da definição elaborada por Deleuze sobre a filosofia, entendida como “a arte de formar, de inventar, de fabricar conceitos”, dentro da especificidade do tema da diferença e repetição. Perspectiva traçada no âmbito do ensino médio quanto ao desenvolvimento de um mesmo plano de aula para várias turmas de uma mesma série. O desafio situa-se no problema da criação da diferença, quanto à prática da docência – a aula –, mesmo tendo a repetição de um plano de aula, para atender à obrigatoriedade de uma proposta curricular. Trata-se de criar um plano cartográfico para Aula de filosofia, mapeando a atividade de pensamento como ato de invenção, de diferenças, de devires e de acontecimentos.

    5. O professor de filosofia: limites e possibilidades - dinâmica e problematização do ensino-aprendizagem The philosophy teacher: limits and possibilities - dynamics and problematization of teaching-learning

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Anderson Magno da Silva Pimentel

      2010-04-01

      Full Text Available A temática do presente texto versa sobre limites e possibilidades do professor de filosofia na relação ensino-aprendizagem desenvolvida nas salas de aula. Localizando os elementos fundamentais ao processo pedagógico - tais como o ensino, o papel do professor, a experiência filosófica e o sentido pedagógico de reaprender o aprendido -, o contexto pedagógico é pensado nos seus agentes e no objetivo a ser alcançado: o conhecimento que permite a integração de saberes. Recorrendo à contribuição do pensamento de Hannah Arendt no que corresponde ao esclarecimento de uma das várias questões da crise da educação, que segundo a autora é a quebra da autoridade do professor, faz-se o resgate do papel fundamental do docente no jogo ensino-aprendizagem. Tal resgate torna-se possível quando a prática docente é repensada nos termos próprios de sua fundamentação e perspectiva mais abrangente: a formação humana. Ao longo do texto, as propostas pedagógicas de pensadores da educação para o ensino de filosofia em turmas de ensino médio contribuem para a compreensão das perspectivas lançadas na abordagem do tema. Elementos como aprendizagem, conteúdo, ensino, processo educativo são retomados de modo que favoreçam a apreensão do sentido verdadeiramente filosófico da disciplina filosofia. Imprescindível para tal acontecimento é a experiência, que não se caracteriza empiricamente, mas no modo pela qual busca contribuir para o desenvolvimento do modo de conceber e desenvolver a docência de filosofia, da mesma forma que tem por intenção permitir o florescimento de novas formas de aprendizagem como proporcionadora de uma verdadeira experiência filosófica.The theme of this text is the limits and possibilities of the philosophy teacher in the teaching-learning relation established in the classroom. Locating the fundamental elements of the pedagogical process - such as the teaching, the role of the teacher, the philosophical

    6. Filosofia da ciência como ferramenta microeconômica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabio Barbieri

      2009-06-01

      Full Text Available A teoria neoclássica pressupõe conhecimento perfeito. A crítica hayekiana a essa teoria, por sua vez, afirma que esse conhecimento é resultado do processo competitivo e, portanto, não pode ser considerado como dado. O “Problema de Hayek” investiga sob que condições o conhecimento do agente se aproxima dos reais fundamentos de uma economia. A fim de solucionar o “Problema de Hayek”, o nosso artigo utiliza algumas idéias da literatura de metodologia da Ciência, conhecida como teoria do “crescimento do conhecimento” (Popper, Kuhn, Lakatos e outros. Essas idéias são utilizadas para se compreender como evolui o conhecimento dos agentes econômicos, em especial o dos empresários. Estes são vistos como ativos formuladores de teorias empresariais conjecturais criticadas no processo competitivo, não como agentes passivos que maximizam funções já conhecidas da teoria convencional. Utiliza-se a Filosofia da Ciência não para analisar metodologicamente a microeconomia, mas, sim, como ferramenta analítica pertencente à própria teoria econômica.

    7. Fisica e filosofia come la scienza contemporanea ha modificato il pensiero dell'uomo

      CERN Document Server

      Heisenberg, Werner

      2003-01-01

      Nel corso del Novecento le scoperte della fisica – dalla meccanica quantistica alla teoria della relatività, dalle ricerche sul cosmo all’energia nucleare – hanno travolto le precedenti nozioni di spazio e tempo e rivoluzionato la percezione che l’uomo aveva di sé, investendolo inoltre della responsabilità di una possibile autodistruzione. Figura geniale e controversa, Werner Heisenberg è stato un protagonista assoluto dell’epopea scientifica del secolo scorso, insieme a Bohr e Fermi, Einstein e Planck. Fisica e filosofia esplora la complessità di quello snodo offrendo risposte chiare a domande che non hanno mai perso la loro centralità. Cosa affermano le teorie della fisica contemporanea? In che modo investono la concezione che l’uomo ha di sé? Quali sono i limiti etici delle loro applicazioni tecnologiche? E quale sarà l’influenza politica della scienza su scala planetaria? Affrontando quesiti di portata universale, Heisenberg si dimostra consapevole della necessità di ristabilire la ...

    8. Disturbi dello spettro autistico tra filosofia della medicina e delle neuroscienze

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlo Maria Cirino

      2012-05-01

      Full Text Available L’autismo è un disturbo pervasivo dello sviluppo neuropsicologico che interessa all’incirca un bambino su mille. Purtroppo, si tratta di un dato destinato ad aumentare, anche per via dell’interesse mediatico e scientifico che questa patologia è stata capace di richiamare intorno a sé. Da un lato, infatti, sono aumentate le richieste di screening presso i numerosi centri che monitorano questa complessa patologia neurologica e dall’altro sono migliorate le tecniche di diagnosi che sempre più spesso si avvalgono di esami genetici all’avanguardia in aggiunta alle ormai classiche interviste psicologiche. L’autismo pone, dunque, serie questioni all’attenzione della ricerca scientifica sia nel vasto campo delle neuroscienze che in quello della neuropsichiatria e della psicologia clinica. Ebbene: quel settore della filosofia che guarda alla scienza con interesse particolare, non può che seguire con partecipazione i progressi nella spiegazione di questa misteriosa patologia che, attualmente, resta un vero e proprio rompicapo per tutti coloro che hanno a che fare con la complessità dell’organizzazione cerebrale dell’essere umano.

    9. A monarquia ideal na obra A Princesa de Babilônia de Voltaire

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Deivid da Costa Trindade

      2009-04-01

      Full Text Available Este artigo tem como objetivo mostrar o modelo de Monarquia Ideal, tratado na obra A Princesa de Babilônia de Voltaire, de 1758, período de grande efervescência de idéias e filosofias que mudaram seu foco de preocupação com o “transcendente”, o Divino, para uma nova diretriz de pensamento, centrada a partir de então na figura do homem como objeto central e na irradiação da racionalidade.

    10. Educação, militantismo católico e filosofia no Brasil Education, catholic militancy and philosophy in Brazil

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Daniela Maria Ferreira

      2009-08-01

      Full Text Available Este artigo propõe uma reflexão sobre a relação entre educação, militância política católica e Filosofia no Brasil. Trata-se de pensar como a passagem pelo militantismo político em movimentos de juventude católica (Juventude Universitária Católica e Juventude Estudantil Católica se constituiu em um lócus de socialização importante para os mentores dos primeiros dispositivos que contribuíram para a institucionalização da produção filosófica universitária no Brasil. O material empírico coletado para análise foi composto de entrevistas semi-estruturadas com 17 filósofos, observações etnográficas, depoimentos publicados, além de informações coletadas na base de dados institucionais (Plataforma Lattes, CNPq.This article proposes a reflection on the relations between education, catholic political militancy and philosophy in Brazil. It examines how the experience of political militancy in youngsters' catholic movements (Juventude Universitária Católica and Juventude Estudantil Católica was constituted as an important socialization locus to the mentors of the for the first actions of the institutionalization of the university philosophical production in Brazil. The empiric material collected for analysis consisted of semi-structured interviews with 17 philosophers, ethnographic notes, and published testimonies, besides the information collected from the institutional data basis (Plataforma Lattes, CNPq.

    11. Da polêmica sobre a pós-modernidade aos 'desafios' lyotardianos à Filosofia da Educação From the controversy of postmodernity to the Lyotardian "challenges" to the Philosophy of Education

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Angelo Pagni

      2006-12-01

      Full Text Available As relações entre pós-modernidade e educação tem sido objeto de inúmeras pesquisas, bem como de certa polêmica no âmbito da Filosofia da Educação, a começar pela própria conceituação da pós-modernidade até chegar às posições filosóficas engendradas por ela. Em quase todas essas pesquisas e polêmicas, A condição pós-moderna, de Jean François Lyotard, se configura como uma referência importante, porém raramente as obras subseqüentes a essa são mencionadas, deixando uma parte de seu legado filosófico de fora de tais discussões e, particularmente, de suas eventuais contribuições para a educação. Tendo em vista esse limiar dos estudos sobre o assunto, o presente artigo procura desenvolver uma interpretação acerca do pensamento lyotardiano, privilegiando a análise das obras subseqüentes ao seu livro mais polêmico, com o objetivo de situar o seu projeto filosófico para além de um marco da pós-modernidade e de discutir as suas contribuições à Filosofia da Educação na atualidade. Mediante tal interpretação, recupera-se um projeto filosófico que lança alguns 'desafios' à Filosofia da Educação referentes ao deslocamento de sua problemática epistemológica para a estética, nutrida por um pensamento capaz de elucidar a face complexa e obscura da educação, a sua sombra inumana, e o diferendo constitutivo do ensino, inapreensíveis pela linguagem e pela comunicação. Assim, esperamos que tal projeto possa ser compreendido não por aquilo que traz de polêmico à Filosofia da Educação, mas pelo que a desafia no tempo presente, como uma reescrita da modernidade.The relations between postmodernity and education have been the object of countless researches, and also of some controversy within the philosophy of education, starting with the very conception of postmodernity and extending to the philosophical positions it engenders. In almost every research and controversy, Jean-François Lyotard's The

    12. Ensino de filosofia no ensino médio nas escolas públicas no Distrito Federal: história, práticas e sentidos em construção

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Gontijo

      Full Text Available O presente artigo pretende socializar algumas informações e reflexões sobre o ensino de filosofia no ensino médio nas escolas públicas do Distrito Federal a partir das práticas docentes e pesquisas de mestrado dos autores. Apresenta algumas questões sobre a presença do ensino de filosofia no Brasil e sobre a história e o contexto atual do ensino de filosofia nas escolas públicas. Apresenta também alguns dados sobre a formação e os aspectos da prática docente em filosofia e, por último, apresenta ainda algumas perspectivas para o ensino de filosofia no Distrito Federal.

    13. Apresentação da epistemologia de Paul Veyne: entre a história e a filosofia

      OpenAIRE

      2007-01-01

      As reflexões epistemológicas de Paul Veyne são fundamentais para a escrita da história. Historiador que mantém um diálogo constante com as ciências humanas, principalmente a filosofia e a sociologia, Veyne aborda temas clássicos e atuais caros à história, tais como: acontecimento, causalidade, intriga, método, teoria, conceituação, cientificidade e progressos do conhecimento histórico. Nesta pesquisa, apresentaremos quatro textos da epistemologia veyniana: Como se escreve a história (1971), o...

    14. Sociedade, crítica e liberdade: um cruzamento entre as filosofias de Friedrich Nietzche e Theodor Wiesengrund Adorno

      OpenAIRE

      Lopes Filho, Artur Rodrigo Itaqui

      2008-01-01

      Neste trabalho foi buscado promover, primeiramente, um resgate das reflexões filosóficas desenvolvidas por Friedrich Nietzsche e Theodor W. Adorno, tendo através do cruzamento de ambas filosofias o instigar de uma discussão sobre a questão da relação entre crítica e sociedade como princípio de liberdade. Sendo assim, buscou-se, no decorrer de quatro ensaios, desenvolver o aprofundamento de temas cruciais referentes à formação social, à formação cultural e às relações desenvolvidas entre os in...

    15. Filosofia da tecnologia e Educação Física: tensões a partir do corpo

      OpenAIRE

      Fabio Zoboli; Elder Silva Correia; Felipe Quintão de Almeida

      2014-01-01

      http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p287Artigo com o objetivo de apresentar e situar a Filosofia da Tecnologia como disciplina que aborda questões importantes aos estudos das intervenções do corpo em face à tecnologia ligada a estudos vinculados à Educação Física. A partir de uma busca em 05 periódicos do campo, visualizou-se 03 temas para análise: virtualização do corpo/movimento; doping; corpo acoplado à tecnologia. Como resultado, encontra textos que apresentam questões ligadas à...

    16. Genealogia da crítica da cultura: um estudo sobre a Filosofia das formas simbólicas de Ernst Cassirer

      OpenAIRE

      Rafael Rodrigues Garcia

      2010-01-01

      O presente trabalho tem por objetivo apresentar as principais questões envolvidas no projeto da Filosofia das Formas Simbólicas de E. Cassirer, nome da obra considerada sua maior contribuição para a história da filosofia. Abordamos as questões epistemológicas e contextuais que motivam a elaboração da obra, sua estrutura e seus principais postulados metodológicos para, finalmente, entendermos os resultados de sua proposta, qual seja, transformar a crítica da razão iniciada por Kant numa crític...

    17. Topologie bytí, ochrana přírody a naše postavení na zemi

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jiří Olšovský

      2012-09-01

      Full Text Available Recenze publikací:NITSCHE, Martin. 2011. Prostranství bytí. Studie k Heideggerově topologii. Praha: Togga, 145 s.SKÝBOVÁ, Marie. 2011. Etika a příroda. Proč brát morální ohledy na přírodu? Červený Kostelec: Pavel Mevart, 193 s.KOLÁŘSKÝ, Rudolf. 2011. Filosofický význam současné ekologické krize. Praha: Filosofia, 154 s.

    18. Pluralizar o universal: guerra e paz na obra de Hannah Arendt

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Stolcke Verena

      2002-01-01

      Full Text Available Cada teoria tem sua biografia. A obra de Hannah Arendt sobre o totalitarismo nasceu de suas vivências como judia alemã, desterrada de seu próprio país. Em seu pensamento inconformista, ocupa um lugar central a noção de pária, que inspira uma filosofia política na qual busca conciliar liberdade intelectual e compromisso político. Subjacente a esta filosofia, encontra-se uma antropologia humanista cujo núcleo é uma concepção da experiência humana compartilhada cuja diversidade reside precisamente em uma liberdade criativa originária. Ela desafia assim as fronteiras e identidades exclusivas, fruto do Estado nacional moderno, e propõe em seu lugar uma cultura cívica e uma justiça que transcendam os marcos nacionais.

    19. A potência para a simulação: Deleuze, Nietzsche e os desafios figurativos ao se repensar os modelos da filosofia concreta The power for simulation: Deleuze, Nietzsche and the figurative challenges of rethinking the models of concrete philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Norman Madarasz

      2005-12-01

      Full Text Available A filosofia deleuziana é mais conhecida como uma criação contínua de dispositivos maquinais, cujo objetivo é transformar o esqueleto figurativo no qual as formas e os modelos aplicativos vêm se sedimentar. A metáfora geológica não é, por isso mesmo, meramente aleatória. Ela tem a ver com um encontro real entre as possibilidades de movimentos criadores de dobras e as dobras mesmas como relevos formais. Pode-se supor que a primeira dessas formas geradoras, na filosofia de Deleuze, seja o simulacro. No quadro deste artigo, pretendemos retomar a análise do simulacro nos dois textos fundamentais de Deleuze sobre Platão e sobre Lucrécio.The philosophy of Deleuze is best known as a continuous creation of machinic apparatuses aimed at transforming the figurative conception in which applicative forms and models sediment. The geological metaphor is thus not merely arbitrary. It is tied to a real encounter between the possibilities of creative movements of folds and the very folds considered as formal reliefs. One can thus reasonably suppose that, in the philosophy of Deleuze, simulacrum is the first of these generating forms. In this article, we will try to follow how Deleuze analyzes simulacrum in his two fundamental essays about Plato and Lucretius.

    20. Filosofia da tecnologia e Educação Física: tensões a partir do corpo

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabio Zoboli

      2014-11-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p287 Artigo com o objetivo de apresentar e situar a Filosofia da Tecnologia como disciplina que aborda questões importantes aos estudos das intervenções do corpo em face à tecnologia ligada a estudos vinculados à Educação Física. A partir de uma busca em 05 periódicos do campo, visualizou-se 03 temas para análise: virtualização do corpo/movimento; doping; corpo acoplado à tecnologia. Como resultado, encontra textos que apresentam questões ligadas à Filosofia da Tecnologia – problematizações de cunho epistemológico, ontológico e axiológico. Conclui com reflexões sobre o levantamento realizado, lançando algumas questões para perspectivar estudos a partir da configuração encontrada.

    1. A filosofia americana: conversações com Quine, Davidson, Putnam, Nozick, Danto, Rorty, Cavell, MacIntyre e Kuhn, de Giovanna Borradori

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Glenn W. Erickson

      2005-12-01

      Full Text Available Resenha do livro "A filosofia americana: conversações com Quine, Davidson, Putnam, Nozick, Danto, Rorty, Cavell, MacIntyre e Kuhn", de Giovanna Borradori. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Editora UNESP, 2003, 223 páginas

    2. Comportamentos (a normais e recurso à entrevista estruturada na avaliação de (inimputáveis juridicamente privados de liberdade

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Emília Tavares Marques

      Full Text Available Este trabalho incide sobre uma breve revisão bibliográfica centrada em alguns conceitos que medeiam entre a saúde e a privação da liberdade, pois insere-se em uma investigação mais ampla no âmbito do doutoramento em Psicologia, focalizada nos comportamentos que interferem com a saúde em uma população legalmente privada de liberdade, isto é, de reclusos em cumprimento de penas de prisão e de doentes mentais em cumprimento de medidas de segurança e de tratamento. Consideramos que a entrevista psicológica estruturada seja um dos instrumentos de avaliação que nos possibilita aceder a esses comportamentos, porém, antes de nos debruçarmos sobre ela, entendemos pertinente definir alguns conceitos que estiveram na base da sua construção, como liberdade versus privação jurídica de liberdade, imputabilidade versus inimputabilidade (de acordo com o ordenamento jurídico português, comportamentos de risco e padrões dentro e fora da norma.

    3. GESTÃO E CONHECIMENTO NAS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: UMA EXPERIÊNCIA DIDÁTICA RELACIONADA AO ENSINO-APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA FILOSOFIA DA ADMINISTRAÇÃO

      OpenAIRE

      Bazanini, Roberto; Santana, Nathalia Caroline

      2015-01-01

      O artigo discute alternativas para a construção de alternativas pedagógicas para o tratamento de temas transversais no ensino-aprendizagem de filosofia nos cursos de administração. Desde 1993, a Filosofia é uma disciplina recomendada nos cursos de Administração em todo o Brasil, porém, o ensino-aprendizagem de filosofia relacionada aos negócios encontra barreiras para se firmar como disciplina relevante do currículo escolar. O problema central da pesquisa está em identificar alternativas di...

    4. Filosofia e dogma: o fim do estilo e a estilização da filosofia Philosophy and dogma: the end of the style and the philosophy stylization

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Olgária Chain Féres Matos

      2011-04-01

      Full Text Available Procuraremos mostrar que a renúncia ao estilo na escrita filosófi ca e a adoção do padrão analítico procedem das transformações no conceito de competência, na substituição da Universidade Cultural ou Humanista pela Universidade da Excelência ou do Conhecimento, manifestando-se, assim, a falência do ideário político e do papel filosófi co e existencial da cultura. Palavras-chave: Pensamento analítico. Cultura. Competência. Corporações filosofantes. This paper intends to illustrate that the style resignation on the philosophical writing and the adoption of the analytical pattern proceed from the transformations in the competence concept, replacing the Cultural or Humanist University by the Excellence or Information University, showing, hence, the failure of the political imaginary and the culture philosophical and existential role. Keywords: Analytical thought. Culture. Competence. “Philosophing” corporations.

    5. Dostoiévski e Bakhtin: a filosofia da composição e a composição da filosofia / Dostoevsky and Bakhtin: the philosophy of composition and the composition of philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      João Vianney Cavalcanti Nuto

      2011-11-01

      Full Text Available RESUMO: Este trabalho procura demonstrar as afinidades existentes entre a obra de Dostoiévski e a filosofia de Mikhail Bakhtin. Por meio de uma análise comparativa, conclui-se que a polifonia, característica fundamental do romance de Dostoiévski segundo Bakhtin,realiza-se como uma síntese artística de conceitos filosóficos como singularidade, responsabilidade, inacabamento e dialogismo. ABSTRACT:This paper seeks to demonstrate the affinities existing between Dostoevsky’s literary achievement and Mikhail Bakhtin’s philosophical one. Through a comparative analysis it concludes that the polyphony, the fundamental characteristics Dostoevsky’s novels according to Bakhtin is as an artistic synthesis of philosophical concepts such asuniqueness, responsibility, incompleteness and dialogism.

    6. Descartes e Drummond – a arte da filosofia e a filosofia da arte = Descartes e Drummond – art of philosophy and philosophy of art

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernanda Ribeiro Queiroz Oliveira

      2013-01-01

      Full Text Available Descartes e Drummond, em suas propostas de observação e elaboração do mundo, aparentemente tão diferentes, aproximam-se no zelo estético, na construção de imagens que vivificam conceitos na compreensão da realidade. Uso da razão e busca subjetiva podem ser menos díspares do que o supõe o senso comum. Sendo assim, foi utilizada uma abordagem comparativa entre o trabalho estético presente na obra cartesiana Meditações Metafísicas (2000 e poemas drummondianos selecionados a partir da convergência de temas ou figuras com a referida obra. Realizou-se um percurso de crítica literária baseada nas quatro razões apresentadas por Descartes. Observou-se que a utilização do mesmo veículo, a linguagem verbal, não constitui, per si, fator de aproximação entre autores, mas a seleção de imagens, a construção dos símbolos e seus desdobramentos. Enquanto Drummond verifica a imponência e impotência do lavor poético, Descartes imprime, por meio de recursos estéticos, a construção da estesia na criação de conceitos que buscam negá-la. Enquanto um se entrega ao abismo simbólico da língua, o outro busca superá-lo e, nessa aparente oposição, unem-se pela convergência simbólica.Descartes and Drummond, in their proposals of observations and elaboration of the world, are apparently so different and, at the same time, they can be approached by the aesthetic work, the images construction that vivifies concepts linked to the comprehension of reality. The use of reasoning and subjective search can be closer than it is supposed by the common sense. It was used a comparative approach between aesthetic work in cartesian book Meditations (2000 and drummondian poems selected from the convergence of figures and themes. It was done a route of literary criticism based on the four reasons presented by Descartes. It has been observed that the same instrument, the verbal language, doesn't guarantee similarities between the authors, but the

    7. A filosofia e seus intercessores: Deleuze e a não-filosofia Philosophy and its intercessors: Deleuze and non-philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jorge Vasconcellos

      2005-12-01

      Full Text Available Pretendo relacionar o problema do pensamento com a criação artística em Gilles Deleuze, mostrando a importância de um pensamento diferencial, proposto pelo filósofo como nova imagem do pensamento, isto é, um pensamento que privilegia a idéia de diferença para instaurar novos ângulos e perspectivas do real. Essa aliança entre a criação artística e a produção filosófica propicia condições de possibilidade para formular uma leitura da obra deleuziana em que esse pensamento faz uma vertiginosa incursão nos domínios não-filosóficos na constituição de sua démarche. Investigarei, neste sentido, a noção de "intercessores", que, mesmo pouco tematizada na obra do filósofo, entendo tratar-se de idéia fundamental para a questão aqui em pauta.This paper intends to sketch out a relationship between the conceptions of thought of Gilles Deleuze and artistic creation, by showing the importance of a differential thought, which has been proposed by that philosopher as a new image of thought, i.e. a thought that privileges the idea of difference to establish new angles and perspectives about the real. Allying this artistic creation and philosophical production allows us to propose a reading of the work of Deleuze in which his thought makes a vertiginous inroad into non-philosophical domains, in the process of its own construction. Bearing this in mind, it will explore the notion of "intercessors", which, albeit little discussed in his work, seems to be fundamental for our theme.

    8. La nuova fisica delle particelle e i segreti dell'universo un dialogo fra filosofia, scienza e religione

      CERN Document Server

      Bodei, Remo

      2017-01-01

      La Scuola della Cattedrale, presieduta da Monsignor Gianantonio Borgonovo, prosegue il suo ciclo di incontri con un evento culturale nel segno della fisica che esplora il mondo delle particelle. Guido Tonelli, fisico e professore ordinario dell’Università di Pisa, tratta degli eventi che hanno portato alla scoperta del bosone di Higgs al Cern di Ginevra dove è stato realizzato Lhc, l’acceleratore di particelle più potente del mondo, con un’analisi di materia e antimateria, energia e universo, per capire come tutto è cominciato e come forse andrà a finire. Dove potrà arrivare l’uomo con queste nuove visioni? Quali cambiamenti e traguardi sono ipotizzabili? Come leggere da un punto di vista religioso e filosofico questi nuovi scenari che la scienza prospetta? L’evento ha visto gli interventi di Monsignor Borgonovo e del filosofo Remo Bodei, professore emerito di Filosofia all’Università di Pisa.

    9. Os “dramas” de J. L. Moreno e a filosofia da diferença

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jésio Zamboni

      2014-08-01

      Full Text Available O objetivo deste ensaio teórico é avançar no deslocamento dos "dramas" de Jacob Levy Moreno de uma política representacional para uma política da diferença. Metodologicamente, desenvolve uma análise conceitual e uma crítica institucional, a partir das filosofias da diferença de Michel Foucault, Gilles Deleuze e Félix Guattari. Questionam-se os projetos e a orientação das práticas pelos conceitos de psicoterapia, existência, identidade e liberdade. A gênese social dos dispositivos morenianos é abordada no sentido de elucidar a formação dos impasses relativos a tais projetos e práticas. Conclui-se que as potências do falso funcionam como eixo problemático com vistas a promover o deslocamento objetivado.

    10. Ensaio sobre desenvolvimento humano na pós-modernidade Ensayo sobre desarrollo humano en la pos-modernidad Essay on human development in the post-modernity

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Antônio Damásio Abib

      2008-09-01

      Full Text Available Neste ensaio, o conceito de desenvolvimento humano na pós-modernidade apóia-se em uma filosofia pós-moderna de direitos humanos, e na modernidade apóia-se em uma filosofia moderna de direitos humanos. O Estado moderno fracassou na realização da filosofia moderna dos direitos humanos. Uma filosofia pós-moderna de direitos humanos deixa para trás a filosofia moderna de direitos humanos. Isso significa abandonar o fundacionismo ético e as grandes narrativas emancipatórias de desenvolvimento humano. Sugerimos que uma ética pragmatista da alteridade e uma política pós-moderna da alteridade podem contribuir para elaborar uma filosofia pós-moderna de direitos humanos.En este ensayo, el concepto de desarrollo humano en el pos-modernidad es apoyado en una filosofía pos-moderna de los derechos humanos y en la modernidad, es apoyado en una filosofía moderna de los derechos humanos. El Estado moderno fracasó en la realización de la filosofía moderna de los derechos humanos. Una filosofía pos-moderna de derechos humanos deja atrás la filosofía moderna de derechos humanos. Lo que significa abandonar el fundacionismo ético y las grandes narrativas emancipatorias del desarrollo humano. Sugerimos que una ética pragmatista de la alteridad y una política pos-moderna de alteridad pueden contribuir en la elaboración de una filosofía pos-moderna de derechos humanos.Whereas the concept of human development in post-modernity is supported by a post-modern philosophy of human rights, in modernity it is supported by a modern philosophy of human rights. The modern State has failed in the modern philosophy of human rights and the post-modern philosophy of human rights has laid aside a modern philosophy of human rights. This means that ethical foundationalism and emancipatory great narratives of human development have been discarded. We suggest that a pragmatist ethics of alterity and a post-modern policy of alterity may be a help in the

    11. Promover a resilência na criança/família : um percurso de desenvolvimento de competências

      OpenAIRE

      Botas, Ana Cristina Freire

      2011-01-01

      O presente relatório insere-se no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem na área de Especialização em Saúde Infantil e Pediatria do Instituo de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa e visa documentar os resultados obtidos na Unidade Curricular Estágio no que concerne ao percurso percorrido no desenvolvimento de competências do Enfermeiro Especialistas em Saúde Infantil e Pediatria. A base conceptual deste percurso assenta na filosofia de cuidar de Anne Casey ...

    12. Ensino de filosofia para não-filósofos. Filosofia de ofício ou ofício de professor: os limites do filosofar Philosophy teaching for non philosophers. Philosophy of occupation or teacher's occupation: the limits of philosophizing

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rodrigo Pelloso Gelamo

      2007-04-01

      Full Text Available O presente artigo é o resultado de um pensamento filosófico acerca do ensino de filosofia. O principal objetivo de nossa pesquisa foi entender o que faz o filósofo quando seu ofício é ser professor de filosofia. Para tal, utilizamos como referencial teórico-metodológico o pensamento de Foucault para pensar o filósofo-professor de filosofia em seu lócus - ensino de filosofia - enquanto uma ontologia do presente, e o pensamento de Deleuze e Guattari para indicar uma possível maneira de entender esse ofício de professor que acreditamos se dar em um fazer artístico, filosófico e científico.This paper is the result of a philosophical thinking about philosophy teaching. The main goal of our research was to understand what philosophers do when their occupation is to teach philosophy. To do so, we used Foucault's thoughts as a theoretic-methodological framework to think the philosophers-teachers of philosophy in their locus - philosophy teaching - as an ontology of the present, and Deleuze and Guattari's thoughts to point out a possible way to understand this teacher's occupation, which, we believe, happens in an artistic, philosophical and scientific manner.

    13. El pensament dialèctic i sintètic en la filosofia de l’educació durant el segle XX

      OpenAIRE

      Laudo Castillo, Xavier; Vilanou i Torrano, Conrad

      2011-01-01

      Aquest treball vol ser una contribució a la història de la filosofia de l’educació contemporània. Es presenten dues de les principals corrents que, al nostre parer, configuren la filosofia de l’educació a Catalunya en el segle XX: dialèctics i sintètics. En un primer moment, s’aborda la línia de pensament que, representada per Eugeni d’Ors i Octavi Fullat, entén l’educació com una dialèctica entre dos pols o extrems oposats i en conflicte permanent. En una segona part, s’analitza la visió sin...

    14. Teologia, Ciência da Religião e Filosofia da Religião: definindo suas relações

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Dierken, Jörg

      2009-01-01

      Full Text Available Trata-se de revisitar o complexo fenômeno da religião, à luz das articulações e diferenciações entre teologia, filosofia da religião e ciência da religião, particularmente no contexto sociocultural da modernidade e suas categorias iluministas de racionalidade, liberdade e ciência, em grandes pensadores tais como Max Weber e Ernst Troeltsch

    15. Sobre algumas interpretações das relações entre a filosofia ockhamiana e a física dos modernos

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Eduardo de Oliveira

      2011-01-01

      Full Text Available O texto traz uma análise sobre algumas das várias interpretações que defendem a existência de uma relação entre a filosofia moderna e o experimentalismo e a física ockhamianas. Buscando esclarecer alguns dos pressupostos dessas interpretações, o presente artigo sugere apontar alguns de seus limites, visando a uma descrição mais acurada do problema por elas enfrentado

    16. Filosofia e neurociência: entre certezas e dúvidas Philosophy and neuroscience: between certainties and doubts

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ana Cristina Zimmermann

      2011-12-01

      Full Text Available Quando tentamos pensar o movimento humano, esse corpo vivo em relação com o mundo, por meio de conceitos restritos a uma única área, constata-se a complexidade deste fenômeno, que se mostra a cada novo movimento da ciência. Considerando esta complexidade, retomamos neste ensaio a possibilidade de diálogo entre Filosofia e Ciência, aqui ocupadas com os estudos sobre corpo e movimento humano. Recorremos, então, ao estranhamento entre Neurociência e Filosofia, em especial a Fenomenologia de Merleau-Ponty, por meio de exemplos clínicos e reflexões, não no sentido de buscar um sistema de explicações, forçar uma aproximação ou apontar elementos para fins de hierarquização, mas com o intuito de extrair deste movimento os elementos que nos ajudem a pensar nossas certezas e dúvidas acerca do movimento humano. A Filosofia nos auxilia, inicialmente, a indagar sobre os pressupostos e consequências das pesquisas, recolocando questões e restaurando o lugar da dúvida. A Ciência, por sua vez, abre campos, aguça curiosidades, e mesmo sem admiti-lo, deixa-se questionar. A separação entre as diferentes formas de pensar a realidade e produzir conhecimentos não precisa necessariamente ser combatida, às custas do enfraquecimento de ambas, mas é possível extrair consequências interessantes de um movimento de aproximação entre as duas áreas.When considering the human movement from a restricted point of view (i.e. from only one field of study, its complexity is evident at each new step in Science. Considering such complexity in the human movement, we revisit the possibility of a dialogue between Philosophy and Science, focusing on the studies on the human body and movement. We invoke the strangeness between Neuroscience and Philosophy, especially the phenomenology of Merleau-Ponty with clinical examples and reflexions. The intention is not to find a system of explanations, to force an approximation or to point out elements for

    17. Joshua Greene e Marc Hauser nas fronteiras da filosofia: a moral das morais evolucionistas

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Telma de Souza Birchal

      2012-05-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2009v8n3p89Este artigo trata das implicações fi losófi cas de teorias científi cas em moral. Na primeira parte apresenta duas teorias intuicionistas sobre a natureza dos julgamentos morais (a de Joshua Greene e a de Marc Hauser e na segunda explicita as consequências fi losófi cas que cada um dos cientistas extrai de sua teoria. A conclusão faz uma avaliação dessas consequências e uma refl exão sobre possíveis implicações do naturalismo em ética.

    18. A Filosofia da ciência e a aceitação de teorias

      OpenAIRE

      Sergio Hugo Menna

      2016-01-01

      A aceitação ou a escolha de uma teoria científica por parte de uma comunidade científica é um evento ou processo central na dinâmica científica. É, também, um evento ou processo complexo –já que dele participam as teorias, a experiência e alguma forma de relação inferencial entre a teoria e a experiência.

    19. A questão da alteridade na recepção levinasiana de Heidegger

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Duque-Estrada, Paulo Cesar

      2006-01-01

      Full Text Available Pretende-se situar os momentos determinantes que dão sustentação à procura de Levinas, elaborada ao longo de sua leitura de Heidegger, no sentido de romper com o pensamento do ser e propor um pensamento do Outro. A leitura de Levinas, como se pretende demonstrar, é atravessada, desde o seu início, pelo fio condutor de uma problematização da pretendida abertura para fora de si mesmo, na qual o Dasein heideggeriano quer se afirmar para além de toda auto-afirmação inerente às filosofias da consciência

    20. A ideia de justiça na crise moral contemporânea

      OpenAIRE

      Campelo, Olívia Brandão Melo

      2016-01-01

      Esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de identificar o conceito de justiça na crise moral contemporânea. A sociedade vive um intenso processo de transformação de seus valores. Para responder às indagações desse momento de incerteza, a filosofia jurídica contemporânea concentra suas discussões sob as vertentes do liberalismo e do comunitarismo. Enquanto os primeiros entendem que a sociedade não é governada por determinados fins ou objetivos comuns aos seus membros, mas sim por princípi...

    1. Corpo, mimese e experiência na arte do palhaço

      OpenAIRE

      Albino,Beatriz Staimbach

      2014-01-01

      Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, 2014. O corpo não é apenas objeto, mas sujeito. Como tal, compõe o palhaço, personagem mimético presente em diversas culturas e investigado nesta tese. Neste sentido, perguntou-se quais os lugares do corpo na arte do palhaço, especialmente nos momentos de mimese, experiência e jogo. A obra de Walter Benjamin animou...

    2. A Filosofia da ciência e a aceitação de teorias

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Sergio Hugo Menna

      2016-12-01

      Full Text Available A aceitação ou a escolha de uma teoria científica por parte de uma comunidade científica é um evento ou processo central na dinâmica científica. É, também, um evento ou processo complexo –já que dele participam as teorias, a experiência e alguma forma de relação inferencial entre a teoria e a experiência.

    3. Epicteto: Diatribes 1.29 e 1.30 - uma síntese da filosofia epictetiana das Diatribes

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Aldo Dinucci

      2015-04-01

      Full Text Available As diatribes 1.29 e 1.30 encerram o livro primeiro das Diatribes de Epicteto e nos oferecem uma síntese da filosofia de Epicteto. Em 1.29.1, Epicteto nos diz que a essência (ousia do bem do ser humano “é uma capacidade de escolha de certa qualidade”, isto é, a escolha disposta de certa maneira. Por essa definição, todas as demais coisas que se encontram fora do âmbito da escolha e, consequentemente, do bem humano são somente materiais para a escolha (1.29.2, a partir dos quais ela construirá seu próprio bem ou seu próprio mal. Temos aí posta de outra forma a distinção entre coisas sob nosso encargo e coisas que não estão sob nosso encargo (eph’hemin kai ouk eph’hemin, sobre qual Epicteto trata detidamente em diatribe 1.1 e no primeiro capítulo do Encheirídion

    4. “Altrove che nella verità?”. Filosofia, scienza e vita nel pensiero di Georges Canguilhem

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Daniele Poccia

      2011-10-01

      Full Text Available Secondo Georges Canguilhem non c’è verità se non quella prodotta e non scoperta dalla scienza. È il valore stesso della filosofia ad essere “altrove che nella verità”. Questo valore non veritativo risiede forse, per il pensatore francese, in qualcosa che egli definisce come un senso o un concetto iscritto materialmente nella vita. È il vivente stesso, quel vivente di cui la scienza in quanto ricerca della verità è a sua volta una semplice espressione, a contenere il concetto, o meglio, ad essere il movimento stesso della concettualizzazione. “Elsewherethan in the truth?” Philosophy, science and life in Georges Canguilhem'sthought. Accordingto Georges Canguilhem thereis no truththan the oneyieldedbutnotdiscoveredby science. Being “Elsewherethan in the truth” is the valueitselfofphilosophy”. For the Frenchthinker, this no truthfulvaluemaylie in somethinghedefines a sense or conceptmateriallywritten in the life. It's the living phenomenaitself, ofwhich science assearchfor the truthis at sametime a simpleexpression, thatcontains the concept or evenbetter, thatis the movementofconceptualization.

    5. Pesquisa em enfermagem: possibilidades da filosofia de Buber Investigación en enfermeria: posibilidades de la filosofía de Buber Nursing research: possibilities of Buber's philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Stela Maris de Mello Padoin

      2009-12-01

      Full Text Available As pesquisas em Enfermagem têm colaborado para a construção do conhecimento próprio da profissão, sendo evidente a tendência qualitativa, da qual se destaca a abordagem fenomenológica. O presente artigo apresentará as possibilidades da filosofia de Martin Buber na pesquisa. Na fase de campo, pode subsidiar a ferramenta de entrevista, pois trata das relações e do diálogo. Na fase de análise, pode ser utilizado como referencial teórico para interpretação, pois apresenta subsídios para compreensão do encontro de presença entre os seres humanos, a partir do modo de ver a si e ao mundo. Assim, compreendemos a contribuição de Buber como referencial na produção qualitativa em pesquisa.Las investigaciones en Enfermería tienen colaborado para la construcción del conocimiento propio de la profesión, siendo evidente la tendencia cualitativa, de la cual se destaca el abordaje fenomenológico. El presente artículo presentará las posibilidades de la filosofía de Martin Buber en la investigación. En la fase de campo, puede subsidiar la herramienta de entrevista, pues trata de las relaciones y del diálogo. En la fase del análisis, puede ser utilizado como referencial teórico para interpretación, ya que presenta subsidios para comprensión del encuentro de presencia entre los seres humanos, a partir del modo de ver a si y al mundo. Así, comprendemos la contribución de Buber como referencial en la producción cualitativa en investigación.The nursing researches have collaborated to build the profession knowledge. The tendency in qualitative methodologies is evident, and among them we highlight the phenomenology approach. This paper will present the possibilities of Martin Buber's philosophy in research. In the field work, it can help the interview technique because it is related with relationship and dialogue. During the analyses phase it should be applied as a theoretical framework to interpretation. The Martin Buber

    6. Real e racional em Hegel: para uma elucidação dos conceitos na fundação de uma ontologia dialéctica e idealista

      OpenAIRE

      Martins, Carolina Nogueira

      2013-01-01

      Tese de mestrado, Filosofia, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013 A presente dissertação tem como principal objectivo expor nos seus traços fundamentais a concepção ontológica de Hegel expressa na afirmação da identidade de real-efectivo e racional. Incidindo, sobretudo, nas implicações doutrinais e na problemática implicada na mesma, pela análise do horizonte de inteligibilidade compreendido e constituído pelos dois conceitos, pretende-se mostrar como ambos concorrem de uma f...

    7. A busca do sentido da formação humana: tarefa da Filosofia da Educação The search for the meaning of human formation: a task for the philosophy of education

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Antônio Joaquim Severino

      2006-12-01

      Full Text Available O trabalho desenvolve uma reflexão sobre a educação entendida como processo de formação humana, buscando ver quais os sentidos que essa formação recebeu ao longo de nossa tradição filosófica e na contemporaneidade, uma vez que ocorreram mudanças nas concepções que os homens fizeram do ideal de sua humanização. Sob tal perspectiva, recoloca em discussão as relações entre as diversas dimensões da educabilidade humana, destacando as dimensões ética e política que, até o atual momento, prevaleceram como fundamentos da compreensão da própria natureza da educação e concluindo que hoje a formação humana, visada pela educação, compreende-se como formação cultural. Essa idéia dá à educação uma finalidade intrínseca de cunho mais antropológico do que ético ou político. Essa reflexão sobre a natureza da educação implica igualmente explicitar o lugar e o papel da Filosofia da Educação, como esforço hermenêutico de desvelamento da prática educacional, tal como ela precisa se desenrolar nas mudadas condições histórico-culturais da atualidade. A discussão permite, assim, não apenas interpelar momentos significativos da expressão histórica da Filosofia da Educação na cultura ocidental, mas também debater conteúdos teóricos fundamentais do debate filosófico sobre o sentido da educação, debate que se impõe com renovada força para os educadores no enfrentamento dos desafios que estão sendo colocados pelas novas condições da pós-modernidade, responsável por um profundo questionamento das referências filosóficas da tradição cultural do ocidente.The work conducts a reflection on education understood as a process of human formation, trying to perceive the meanings attributed to this formation throughout our philosophical tradition and in contemporaneity, since there have been changes in the conceptions men have made of the ideal of their humanization. Under such perspective, the article brings

    8. Thomas Kuhn na epistemologia da Ciência da Informação: uma reflexão crítica.

      OpenAIRE

      Saldanha, Gustavo Silva; Fundação Biblioteca Nacional

      2008-01-01

      O artigo discute a presença de Thomas Kuhn nas Ciências Sociais e na Ciência da Informação. Identifica possíveis incongruências no uso de teorias da filosofia da ciência baseada na obra “Estrutura das Revoluções Científicas” no âmbito da leitura epistemológica dos estudos informacionais. Desenvolve uma reflexão crítica sobre a epistemologia e a historiografia da Ciência da Informação.

    9. THE TEENAGERS’ RELATION TO PHILOSOPHY LESSONS AT HIGH SCHOOL A RELAÇÃO DOS JOVENS COM A FILOSOFIA NO ENSINO MEDIO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Elisete Medianeira Tomazetti

      2008-12-01

      Full Text Available This paper has as main reference the research project entitled Philosophy, Teen Culture and High School, in curse since March, 2004 at Centro de Educação, UFSM. This research has an empiric base and pays particular attention to teachers and students who attend Philosophy classes in three public schools of Santa Maria. Moreover, it is composed of bibliographical research concerning topics related to the teaching of Philosophy and the contemporary culture, more specifically the juvenile cultures. During 2005, tabulations of the 320 questionnaires were accomplished, changed into graphs and analyzed carefully. Collective Interviews with groups of eight students from each different level and interviews with the teachers of the involved schools were made. The goals to be reached are: identification and analysis of the representations and of the students' practices in relation to Philosophy lessons; identification and analysis of the representations and of the Philosophy teachers' practices, concerning their students, their classes and their school. The question which guides our work is the following: how do students from some public high schools conceive Philosophy lessons, and how do they interact with the juvenile culture, the school culture and the philosophical knowledge in their daily school?

       

      Este texto tem como referência básica a pesquisa Filosofia, Cultura Juvenil e Ensino Médio, em andamento desde março de 2004 no Centro de Educação da UFSM. Esta pesquisa desenvolve-se a partir de base empírica em três escolas da rede pública estadual de ensino médio de Santa Maria, com alunos que freqüentam a disciplina de Filosofia e com seus respectivos professores. Também, compõe-se de pesquisa bibliográfica relativa às temáticas do ensino de filosofia e da cultura contemporânea, mais especificamente das culturas juvenis. Durante o ano de 2005, foram feitas as tabulações dos 320 question

    10. Kant sobre o progresso na história

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Joel Thiago Klein

      2013-07-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2013v12n1p67O objetivo deste artigo é analisar o significado da tese central da filosofia kantiana da história: que a humanidade se encontra em um constante progresso para o melhor. Contudo, apesar de parecer a primeira vista simples, a discussão do próprio significado dessa  tese está longe de alcançar um consenso na literatura. A originalidade deste trabalho é apresentar pela primeira vez um mapeamento geral, sistemático e exaustivo das diferentes interpretações e críticas que essa tese recebeu ao longo da história. Nesse sentido, qualquer resposta que pretenda ser minimamente satisfatória precisa levar em consideração todos os argumentos e posições aqui apresentados.

    11. La filosofia di Hans-Georg Gadamer e il problema del disagio della modernità. Ermeneutica, estetica, etica e politica

      OpenAIRE

      Marino, Stefano

      2008-01-01

      L’ermeneutica filosofica di Hans-Georg Gadamer – indubbiamente uno dei capisaldi del pensiero novecentesco – rappresenta una filosofia molto composita, sfaccettata e articolata, per così dire formata da una molteplicità di dimensioni diverse che si intrecciano l’una con l’altra. Ciò risulta evidente già da un semplice sguardo alla composizione interna della sua opera principale, Wahrheit und Methode (1960), nella quale si presenta una teoria del comprendere che prende in esame ...

    12. Entre a filosofia e a sociologia: matrizes teóricas das discussões atuais sobre história e memória

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Schmidt, Benito Bisso

      2006-01-01

      Full Text Available O objetivo deste texto é situar as matrizes teóricas dos trabalhos de alguns autores que servem como referência para boa parte dos estudos contemporâneos sobre as relações entre história e memória: Bergson, Halbwachs, Pollak, Nora e Ricoeur. Seus estudos dialogam, de maneira direta ou indireta, com duas matrizes: a sociológica-objetivista e a fenomenológica-intuicionista. Elas se estabeleceram no âmbito da disputa entre a sociologia e a filosofia pelo direcionamento das ciências humanas nascentes no século XIX

    13. A filosofia da matemática nos Principia de Newton e suas implicações ontológicas

      OpenAIRE

      Veronica Ferreira Bahr Calazans

      2014-01-01

      O programa newtoniano de matematização da natureza fornece os elementos necessários para a investigação de uma filosofia da matemática no pensamento de Isaac Newton, especialmente ao se considerar a relação entre as práticas matemáticas de Newton e Descartes. Tal relação suscita uma gama bastante ampla de problemas os quais interessam para esta pesquisa, particularmente, aqueles que dizem respeito ao realismo matemático. O que pretendemos é extrair dessa discussão aspectos relevantes da filos...

    14. Ensaios de Karl Philipp Moritz: linguagem, arte, filosofia (seleção, intodução, tradução e notas)

      OpenAIRE

      José Feres Sabino

      2010-01-01

      Após mais de duzentos anos, o interesse pela obra de Karl Philipp Moritz (15 de setembro de 1756 26 de junho de 1793) só tem aumentado. Diferentes autores como Herman Hesse e Walter Benjamin, e, mais recentemente, Hans Joachin Schrimpf, Tzvetan Todorov, Peter Szondi, Arno Schmidt e Peter Handke têm escrito ressaltando a importância e a fecundidade desse autor. Moritz pode ser considerado um dos autores inaugurais do romantismo alemão. Este mestrado em filosofia, área de estética, pretende, p...

    15. História, filosofia e ensino de ciências: a tendência atual de reaproximação

      OpenAIRE

      1995-01-01

      Neste artigo, investigam-se o uso de e os argumentos a favor da história e da filosofia da ciência no ensino escolar dessas matérias. Enfatizam-se as propostas do Currículo Nacional Britânico e as recomendações contidas no Projeto americano 2061 de diretrizes curriculares. Algumas opiniões contrárias à inclusão de material histórico nas disciplinas de ciências são levantadas e contestadas. A tese piagetiana de que o desenvolvimento psicológico individual reflete o desenvo...

    16. O equilíbrio do capital e a sua intensidade: pontos da filosofia neopatrimonialista

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rodrigo Antônio Chaves da Silva

      2007-11-01

      Full Text Available O equilíbrio do capital é um estado funcional, ou de movimento das partes patrimoniais em prol dos lucros ou de alcance dos objetivos empresariais. A relatividade das funções sistemáticas do patrimônio aponta a razão da intensidade do equilíbrio, o grau em que o mesmo consegue se manter, isto é, a sua vitalidade no tempo de sua existência na continuidade aziendal. O objetivo do presente estudo, em caráter intervencionista, é mostrar os efeitos desta relação, de modo que uma análise avançada garanta profícua e zelosa consultoria contábil para uma administração patrimonial segura e coerente. O artigo discute este problema, que traduz uma das partes da teoria do Neopatrimonialismo Filosófico e que agrega valor à proposta do Neopatrimonialismo. The equilibrium of the capital is a state by function, or of movement fromthe parts of patrimonies with objective us profits, or reach by undertakerintection. The relativity of the function sistematicys by patrimonydesmontrate the reason by equilibrium intensity, of dimension to maintainhimself, of vitality by time patrimony of social existence. The objective thisstudy by character of intervetion is to desmontrate that efects this relations,of the analysis advance guarantee a useful and zealous orientationaccountants of the a management patrimony coherent and security. Thearticle discuss this problem that translate a by parts from the teory by Neopatrimonial philosophic by aggregate value by proposal of doctrine Neopatrimonial.

    17. Mulheres e o mar: uma etnografia sobre pescadoras embarcadas na pesca artesanal no Litoral de Santa Catarina, Brasil

      OpenAIRE

      Gerber, Rose Mary

      2013-01-01

      Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2013. Esta é uma tese sobre pescadoras embarcadas na pesca artesanal no Litoral de Santa Catarina, Sul do Brasil, sendo que procurei observar como, onde, porque e até que ponto estas mulheres se reconhecem, são reconhecidas, e como estariam buscando o reconhecimento de seus direitos como pescadoras. Afirmar que estas mulheres at...

    18. Verdade da Metafí­sica: Descartes na Rota da Descoberta dos Fundamentos da Ciência

      OpenAIRE

      2010-01-01

      Este artigo trata fundamentalmente de dois grandes aspectos da filosofia de Descartes: a metafísica como fundamento da Ciência e a própria concepçáo cartesiana de Ciência. Na abordagem da primeira questáo – formalmente a primeira parte deste artigo – procura-se evidenciar a metafísica como forjadora de uma concepçáo de verdade e como alicerce para o conhecimento certo e indubitável, ponto de partida para se fundar as ciências. Esta primeira parte apresenta, inicialmente, a concepçáo metafísic...

    19. A relação de substancialidade na Ciência da Lógica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Greice Ane Barbieri

      2017-02-01

      Full Text Available O trabalho buscará apresentar a relação de substancialidade tal como exposta na Ciência da Lógica, de Hegel. Mas, antes dessa apresentação, cabem alguns comentários, de forma a enquadrá-la, grosso modo, dentro do sistema hegeliano, elucidando a sua função. Embora portadora de um título pretensamente formal, a Ciência da Lógica hegeliana não pode ser descrita como um manual de lógica: antes pelo contrário, a tal obra a classificação mais adequada é a de ser uma ontologia. Tendo tal característica, a lógica hegeliana baseia-se nos princípios que regem a realidade, tomando-os da própria realidade. Isso pode conferir à relação de substancialidade uma marcante importância dentro do encadeamento do sistema hegeliano da lógica e, mesmo, da filosofia real, uma vez que os pressupostos da lógica baseiam-se na reflexão sobre as categorias que foram, em última instância, retiradas do dado. Por outro lado, essas mesmas categorias contempladas na Ciência da Lógica colocam-se novamente na realidade, servindo para a compreensão dos engendramentos básicos dos avanços espirituais, isto é, as categorias da lógica hegeliana tornam-se essenciais para uma adequada compreensão de sua filosofia real. Desse modo, permeando o trabalho, de forma tênue, há o objetivo de deixar apontada a direção em busca do aspecto fenomenológico da substância, na Fenomenologia do Espírito, bem como o papel ético de tal conceito, enquanto unidade imediata, na Filosofia do Direito.

    20. O tema da atenção no debate filosófico contemporâneo e sua importância na formação humana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Genivaldo de Souza Santos

      2015-05-01

      Full Text Available O tema da atenção faz parte de uma temática esquecida e não valorizada pela filosofia e por sua história na medida em que seus laços com os pressupostos fundamentais da filosofia moderna constituem sua identidade. Assim, o tema da atenção ganhou importância e foi recuperado por estudiosos da filosofia antiga que, numa espécie de desvio dos pressupostos modernos, perceberam que a filosofia em sua plenitude não poderia ser considerada apenas como uma produção/exposição de um sistema teórico desligado da experiência que fazemos no mundo, mas que ela deveria ser tomada como modo de viver que nos implica profundamente e que pode ser praticado, exercitado, tendo como finalidade uma espécie de autotransformação (trans-formação humana. Buscamos ir além do sentido epistemológico atribuído ao tema da atenção, para tomá-lo como um tema eminentemente ético, na medida em que implica uma atitude que procura a ação mais adequado à situação. Como nova temática que visa arejar o debate filosófico e pedagógico, carece de uma sistematização, o que buscaremos com este trabalho, elegendo como referência teórica a obra de Pierre Hadot (1999, 2003, 2009.

    1. Gênese e estatuto do Factum da razão : Kant e o problema da justificação da lei moral na Analítica da razão prática pura

      OpenAIRE

      SILVEIRA, Luciano Duarte da

      2011-01-01

      O Factum der Vernunft (Factum da razão) é considerado como um dos mais controversos e difíceis problemas na Kritik der praktischen Vernunft (1788), especificamente em sua primeira parte. Contudo, a presente dissertação propõe-se a um estudo exegético e sistemático da segunda crítica de Immanuel Kant, na perspectiva de estabelecer a gênese e o estatuto do Factum der Vernunft mediante a reconstrução de sua fundamentação moral. A possibilidade da justificação em filosofia moral...

    2. Clivagem, diferença e dobra na estrutura do humano: Lacan, Apel e Gadamer

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Santuário, Luiz Carlos

      2005-01-01

      Full Text Available A filosofia, sendo um discurso antípodo ao discurso das ciências, no sentido de que não produz um conhecimento sobre particularidades, situa-se a priori no espaço interno de uma clivagem, de uma diferença e de uma dobra onde este discurso e este saber são produzidos e apresentados. Na cena contemporânea três pensadores, Lacan, Apel e Gadamer, tematizam a experiência do humano como ligada estritamente à linguagem enquanto elemento estruturador do humano, na medida em que este é situado no interior do espaço de uma dobra e de uma clivagem

    3. Sexualidade, Espiritualidade e Conjugalidades na Wicca Brasileira

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Daniela Cordovil

      Full Text Available Resumo Este artigo propõe uma análise do papel da sexualidade nas práticas da Wicca, religião neopagã surgida na Inglaterra entre 1940 e 1950. Atualmente, a Wicca é um movimento mundial multifacetado, que segue inúmeras vertentes. Esta pesquisa investiga concepções e práticas ligadas à sexualidade presentes entre grupos que praticam a Wicca publicamente em diversas capitais do Brasil. Esses grupos estão organizados em tradições (grupos religiosos com viés iniciático que comandam associações civis com fins de resguardar direitos e promover eventos públicos para divulgação e troca de conhecimento entre praticantes da religião. Os resultados do estudo mostram que a Wicca postula uma relação intrínseca entre sexualidade, espiritualidade e liberdade, sendo suas práticas herdeiras de movimentos intelectuais diversos, como o esoterismo, a contracultura e a filosofia oriental.

    4. Leituras de história e filosofia da ciência na formação inicial de professores

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria José P. M. de Almeida

      2012-08-01

      Full Text Available This work intended to offer a contribution for the comprehension of the process involved in the readings of the history and philosophy of science literature, or about this subject in prospective physics teacher’s education. The teaching procedures and data collection were based mainly on discourse analysis notions according to Eni Orlandi publications in Brazil. The way of meaning production and the possibility of future application of the same strategy with their own students were analyzed after history and philosophy of science texts readings. The results points to positive displacements in the knowledge and in the imaginary of those students about the history and the philosophy of science potentials, as has been verified by the great variety of answers in the open question related to this subject. The diversity itself justifies the need for working with the position of the students and not only with physics and history and philosophy of science subjects in the physics teacher’s education.

    5. O PAPEL DA LINGUAGEM NA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO DE PAULO FREIRE: BUSCANDO APROXIMAÇÕES COM TEORIAS SOCIAIS DO DISCURSO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Tatiana Galieta Nascimento

      2011-01-01

      Full Text Available Approaches between linguistics and education have been pursued in recent decades, particularly in the area of science education. In that sense, this article aims to locate the conception of language underlying the work of Paulo Freire. For this, the analysis focuses around a few central concepts of Mikhail Bakhtin's philosophy of language and the theory of Discourse Analysis of the French school, such as "dialogicity" and "dialogue", "unfinished," "silence" and "reading." It also discussed the vision of communication that Freire presents in some of his books from the drawing criticism of the theorists' discourse about the communicative process. Thus, the search is to trace the similarities and departures between the pedagogy of Freire and the main ideas of Bakhtin and French Discourse Analysis, seeing possible contributions to science education.

    6. O conceito de igualdade na filosofia política contemporânea: Um debate entre Rawls, Dworkin e Amartya Sen

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabio Alves Gomes de Oliveira

      2013-12-01

      Full Text Available Uma das questões mais interessantes do debate contemporâneo sobre a justiça, no âmbito da teoria política normativa, diz respeito sobre qual foco deveria ocupar a posição central de uma visão igualitarista: igualdade baseada em satisfação de necessidades básicas, bens primários como propõe Rawls, igualdade de recursos como defende Dworkin ou, como quer Amartya Sen, igualdade de capacidades? Com o que, afinal, os igualitaristas deveriam se preocupar? Este trabalho tem o objetivo de analisar criticamente essas três perspectivas.

    7. Teologia da História - última realidade - ortopráxis: nota sobre a Filosofia na Teologia da Libertação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Raunu, Jukka

      2008-01-01

      Full Text Available O presente artigo expõe os pontos essenciais da tese The Mediated Immediacy defendida e aprovada em Helsinque, no ano de 2008, focando a Teologia da Libertação a partir de João Batista Libanio. Destacando-se as seguintes questões críticas: a teologia hegeliana da história, o papel das ciências sociais em termos puramente "científicos", de acordo com Althusser, e a origem pragmática da ortopráxis originada em E. Schillebeeckx

    8. A pessoa humana como protagonista da "História Ética" na filosofia de María Zambrano

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Arlindo Ferreira Gonçalves

      2007-01-01

      Full Text Available En este artículo se intenta recuperar los argumentos de la filósofa española María Zambrano, particularmente en las obras donde expone sus consideraciones acerca de la noción de persona, y demostrar cómo tal reflexión engendra la constitución de la idea de historia del hombre occidental, caracterizada por un sentido ético de la sociedad y por la crítica al poder del individuo que está encubierto por la razón del Estado. En el análisis se destaca la tragedia de Occidente, y esto se hace por medio de dos pares de contrarios: individuo/persona y masa/pueblo. Se elige a la persona, en cuanto pueblo, como protagonista de una historia ética.

    9. Sobre la filosofia de l’humanista valencià Joan Serra al "De contemplatione amicicie". Notes a una traducció catalana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Salvador Cuenca Almenar

      2013-06-01

      Full Text Available Resum: Presentem la traducció catalana del De contemplatione amicicie, escrit per l’humanista valenciàJoan Serra l’any 1454. La traducció parteix de l’edició curada per Evencio Beltran de l’únic manuscritconegut: BNF ms Nat. lat. 8756. La translació s’acompanya d’una introducció historicofilosòficaarticulada al voltant de l’analogia fonamental de l’obra, a saber, la concòrdia absoluta de dos amicsés com la unió perfecta del cos i de l’ànima humana. S’hi analitzen les fonts fonamentals: Cicerói Pseudo-Agustí, i s’hi constata l’organització dual dels continguts del text, en tant que dedica elscapítols senars a la consideració de la unió del cos i l’ànima segons la filosofia natural, mentre queels parells a la concòrdia absoluta dels amics virtuosos d’acord amb la filosofia moral.Paraules clau: Joan Serra, Ciceró, Pseudo-Agustí, Filosofia moral de l’amistat, Humanismevalencià.Abstract: We present the Catalan translation of De contemplatione amicicie, written by the Valencianhumanist Joan Serra in 1454. The translation is based on the only known manuscript (BNFms Nat. lat. 8756, edited by Evencio Beltran. The likelihood of the perfect union between bodyand soul and the complete accord between two friends is the basic analogy of the text and guidesthe composition of a historical and philosophical introduction that precedes the translation. Weanalyze its main sources, namely, Cicero and Pseudo-Augustine. Moreover, we reveal the dual organizationof the text, which devotes odd chapters to natural philosophy and to the union betweenbody and soul, while even chapters to ethics and to the absolute accord between virtuous friends.Keywords: JoanSerra, Cicero, Pseudo-Augustine, moral philosophy of friendship, Valencian humanism

    10. O Platonismo de Russell na metafísica e na matemática

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Guido Imaguire

      2005-06-01

      Full Text Available Neste artigo, analiso o surgimento e a superação do Platonismo em B. Russell, tanto na sua filosofia da matemática como na sua metafísica. Começo por explicitar os argumentos que levaram Russell a aderir ao chamado "Platonismo Proposicional" - posição que será tecnicamente relevante na definição de números. Na seção seguinte, discutirei até que ponto a teoria das descrições definidas determina, necessariamente, uma adesão ao nominalismo, e as dificuldades que surgem para o logicismo conseqüentes do abandono do platonismo. Finalmente, mostrarei como a posição madura de Russell caracteriza-se mais como um reducionismo do que propriamente como um nominalismo, e como este é fundado no princípio do mínimo vocabulário.In this paper, I analyze the emergence and the overcoming of Platonism both in Russell's philosophy of mathematics and his metaphysics. I begin by examining the arguments which led Russell to endorse a position that I term "Propositional Platonism" - this position proves to be relevant for Russell's definition of numbers. In the following section, I address the question of the extent to which Russell's theory of descriptions implies the acceptance of nominalism. Moreover, I examine the difficulties which arise for logicism, if it no longer goes hand in hand with platonism. Finally, I argue argue that Russell's mature position is to be characterized as a form of reductionism rather than as a variant of nominalism

    11. Estética e epistemologia na educação tecnológica: elementos em Freire e Marcuse

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Emerson Pessoa Ferreira

      2013-05-01

      Full Text Available A Estética, de forma concisa, é uma área da filosofia que estuda a Arte e a Beleza (e seus contraditórios inerentes. Suas inter-relações com a Educação e em especial com a Educação Tecnocientífica têm sido exploradas por alguns autores, mas o enfoque raramente contempla as dimensões ideológicas e epistemológicas mais sutis dessa articulação. Essas nuances têm sido negligenciadas sobretudo na formação de engenheiros, arquitetos e designers. É também notável a disjunção arbitrária entre a Estética ('sensações', a Ética ('valores' e a Lógica ('verdades' que caracteriza muito de nossa cultura e dos nossos currículos, mormente os de cunho epistemológico pouco crítico. A perspectiva apontada como conclusão é a de que o enfoque CTS (Ciência Tecnologia e Sociedade crítico na Educação Tecnológica, sempre que considerar o estético, convidará a uma abordagem educacional libertadora, na acepção que Paulo Freire dá ao termo, e que tem interfaces com a Teoria Crítica da Escola de Frankfurt, especialmente a filosofia de Herbert Marcuse. Sugere-se a necessidade de repensar as implicações práticas dessas coincidências e intersecções. O enfoque CTS crítico deve arguir, então, a partir de elementos da filosofia da tecnologia, dentre eles a Estética, quais as consequências da 'unidimensionalidade' para um projeto de homem e sociedade.

    12. A filosofia da existência e os fundamentos da clínica psicológica

      OpenAIRE

      Ana Maria López Calvo de Feijoo

      2014-01-01

      Este trabalho tem como objetivo buscar nas reflexões de Kierkegaard esclarecimentos sobre a singularidade humana e a influência da multidão na perda da singularidade, bem como no seu método de comunicação indireta para realizar o resgate do homem singular perdido na multidão. A partir daí, construir os fundamentos para a clínica psicológica, cuja proposta também consiste em buscar no homem a sua singularidade que se perdeu na impessoalidade.

    13. Acerca do elemento diferencial na Genealogia de Nietzsche na interpretação de Deleuze

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Tiago Rickli

      2010-12-01

      Full Text Available Na primeira parte da obra Nietzsche e a Filosofia intitulada “O Trágico”, Deleuze abre sua leitura do pensamento de Nietzsche interrogando o conceito de genealogia. A escolha feita pelo pensador transparece uma tentativa de elucidação preliminar do método nietzschiano: nas suas incursões pela busca da proveniência das diversas morais, “das condições e circunstâncias nas quais nasceram”, Nietzsche desenvolve um método para escrutar os solos nos quais os valores são gerados e avaliá-los em seu preciso ponto de criação e ulterior desenvolvimento: “sob que condições o homem inventou para si os juízos de valor “bom” e “mal”? E que valor têm eles? Obstruíram ou promoveram até agora o crescimento do homem?”. Enfatizando a iniciativa nietzschiana de importar os conceitos de sentido e valor à filosofia, Deleuze investiga, nos primeiros movimentos do seu ensaio, a problemática dos valores, ruminando como Nietzsche inaugura uma filosofia dos valores até então sem precedentes e realiza uma “crítica total”. Para que se compreenda o alcance que os valores envergam como componentes elementares na investigação, um esclarecimento de sua natureza é promovido: como são esses valores mesmos? De acordo com Deleuze, por um lado, os valores fundamentam princípios, componentes essenciais a partir dos quais uma apreciação compõe-se, pontuando uma perspectiva de estimação. Todavia, esses valores têm procedência de uma avaliação da qual eles mesmos derivam seus respectivos valores. Em uma relação mais profunda, os valores referentes a uma respectiva apreciação são eles mesmos oriundos de uma criação crítica (avaliativa, que agrega um valor ao fenômeno avaliado. Eis que se mostra a nós a questão que procuramos: perguntar-se pelo valor dos valores é interrogar a proveniência dos valores, perscrutar seu momento de emergência. Em sua criação, há o ato de concepção de uma perspectiva crítica da

    14. FILOSOFIAS DA VOZ

      OpenAIRE

      Nick Couldry; London School of Economics and Political Science

      2016-01-01

      Tradução do capítulo 5, “Philosophies of Voice”, do livro Why Voice Matters: Culture and Politics after Neoliberalism, ecrito pelo professor Nick Couldry e publicada pela editora Sage - Londres, Reino Unido.

    15. O portador de altas habilidades e sua inclusão na sociedade

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ana Lucia Batista

      2012-04-01

      Full Text Available O presente artigo trata da questão dos portadores de altas habilidades e sua inclusão na sociedade. Os portadores de altas habilidades são sujeitos inquiridores, não conformistas e dotados de grande curiosidade o que propicia dificuldades adaptativas, pois a sociedade é não-convencional, apresentando uma resistência natural às diferenças qualitativamente superiores. Cabe portanto à escola possibilitar a integração deste pequeno grupo ao contexto social e uma das maneiras de fazê-lo é estabelecendo um diálogo com o objeto do conhecimento muito bem propiciado pela Filosofia, a qual predispõe a uma busca de questionamentos e resolução de problemas. Através da Filosofia, os alunos participam ativamente da construção do conhecimento - o que é capaz de tornar o ensino prazeroso e desafiador, desenvolvendo desde muito cedo o exercício do pensar e refletir.

    16. A influência da religiosidade do cliente no trabalho clínico, na perspectiva dos psicólogos

      OpenAIRE

      Henning, Martha Caroline

      2009-01-01

      Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2009. A pesquisa teve como objetivo caracterizar a influência da religiosidade dos clientes no trabalho clínico, na perspectiva dos Psicólogos. O estudo de natureza exploratório-descritivo se desenvolveu sob a perspectiva da metodologia qualitativa e realizou-se com 13 psicólogos clínicos, sendo a coleta de dados efetuada através d...

    17. Dar Sentido à Experiência do Gesto na Classe Técnica: um olhar sobre a prática de quatro professoras no Quebec

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Johanna Bienaise

      2016-09-01

      Full Text Available Este artigo examina o ensino da classe técnica contemporânea na formação pré-profissional no Quebec em um contexto de heterogeneidade das práticas coreográficas. Analisa-se mais especificamente o testemunho de quatro artistas professores: Kelly Keenan, Manon Levac, Sandrine Vachon e Jamie Wright. Essa análise destaca suas filosofias de ensino e as escolhas pedagógicas que conduzem essas educadoras a uma abordagem do movimento corporal ao mesmo tempo estruturada e sensível, em uma relação constantemente renovada com seus estudantes.

    18. No limiar do mundo visível: a noção de esquema corporal nos cursos de Merleau-Ponty na Sorbonne

      OpenAIRE

      Danilo Saretta Verissimo

      2012-01-01

      De acordo com o propósito geral de estudar longitudinalmente o uso que Merleau-Ponty faz da noção de esquema corporal em sua filosofia, no presente artigo dedicamo-nos aos seus cursos na Sorbonne, localizados em um período intermediário da sua obra. Neles, o filósofo enceta discussões acerca da corporeidade a partir da psicologia da criança e da psicanálise, tomando por eixos centrais o problema da intersubjetividade e a teoria do esquema corporal. Merleau-Ponty compreende que a aquisição de ...

    19. O Conceito em Movimento na Lógica Especulativa: Uma Perspectiva Crítica da Lógica Hegeliana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      João Miguel Back

      2017-02-01

      Full Text Available Esta investigação propõe uma reflexão sobre um problema importante com raiz na filosofia moderna. Enquanto o mundo moderno atribui grande valorização à subjetividade, mostra-se, ao mesmo tempo, incapaz de harmonizá-la com o mundo objetivo. Hegel compreende que esse dado novo constitui um problema central para a filosofia. Sendo que o marco da filosofia se ampliou. Contudo, com a lógica do entendimento esse novo problema se torna insolúvel. O método filosófico deve incorporar essa nova dimensão do pensamento, ampliando seu horizonte. A nova racionalidade deve contemplar a dimensão especulativa, elevando o nível da subjetividade ao plano da objetividade. Necessita-se de um novo parâmetro, um sistema de unidade dialética. Nossa reflexão propõe apontar os principais elementos da crítica de Hegel à lógica do entendimento, bem como sinalizar alguns problemas inerentes a essa crítica. Hegel observara que a cultura do mundo moderno expressava o espírito absoluto e que o conceito podia captar, em termos lógicos, este espírito absoluto. Restava à filosofia, então, o papel de responder por esse método que fosse adequado para superar esse problema. Surge, assim, a proposta do método lógico-especulativo. Todavia, esse projeto também gera algumas inquietações. Sendo que o processo lógico crítico tem a necessidade de manter-se aberto ao surgimento constante da diferença. Na proposta de Hegel, da autodeterminação do absoluto, verifica-se o eminente risco eliminação gradual do espaço da contingência.

    20. La valutazione della ricerca nelle Scienze umane: uno studio empirico sulle principali liste di riviste di Storia e filosofia della scienza

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Stefano Piazza

      2017-01-01

      Full Text Available L’articolo si concentra sull’uso di liste di riviste per la valutazione della ricerca nell’ambito delle Scienze umane e in particolare nel settore di Storia e filosofia della scienza. A un panorama delle principali problematiche inerenti l’uso delle liste di riviste con particolare attenzione alle iniziative di valutazione della ricerca in Italia segue uno studio che ha messo a confronto le liste di riviste ERIH, Norwegian list, CIRC e ANVUR. Nelle conclusioni vengono proposte considerazioni sull'uso delle liste di riviste per la valutazione della ricerca del settore considerato, anche in relazione al dibattito internazionale originato dal Manifesto di Leiden, e alcune riflessioni sui database internazionali e gli strumenti in uso nel sistema della valutazione scientifica in Italia.

    1. About Singularity | Book Review for the volume “Filosofia singularitatii. Creierul global, o etică a gandirii fara om”, author Bogdan Popoveniuc, Eikon Publishing, Bucharest, Romania

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Antonio SANDU

      2016-12-01

      Full Text Available We are at a point in the creative evolution of humanity in which we can see the dawn of a new type of consciousness and of self-awareness that would provoke humanity to a redefinition of itself: Artificial Intelligence. The moment of the emergence of self-aware artificial intelligence, whose computing capacity exceeds the human power is defined as Technological Singularity. The volume Filosofia singularităţii. Creierul global, o etică a gândirii fără om [Philosophy of singularity. Global brain, an ethics of thinking without the human] published by Eikon Publishing House in 2016, is a first attempt in philosophy and the Romanian culture of philosophizing on the technology of artificial intelligence, with particular reference to the technological singularity.

    2. Concretude simbólica e descrição etnográfica (sobre a relação entre antropologia e filosofia)

      OpenAIRE

      Luís R. Cardoso de Oliveira

      2013-01-01

      O artigo procura refletir sobre a relação entre antropologia e filosofia a partir de características centrais da descrição etnográfica e da importância da dimensão simbólica da vida social. Tendo como referência as diferentes manifestações da vida social e a diversidade das sociedades e grupos ou segmentos sociais estudados pelos antropólogos, o artigo examina as condições de inteligibilidade do trabalho etnográfico como uma questão que perpassa a pesquisa antropológica onde quer que ela tenh...

    3. O combate subtrativo: a espiritualidade do esvaziamento como norte da filosofia corporal no Karate-Do The subtractive fight: the spirituality of the empty hands method as the north of the body philosophy in Karate-Do

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cristiano Roque Antunes Barreira

      2008-01-01

      Full Text Available O karate é uma técnica de combate sem armas que, sustentada por uma antiga tradição, tem como seu principal objetivo a formação do caráter do praticante. A compreensão da visão de mundo na qual o karate nasceu e se desenvolveu é debitária de uma dinâmica espiritual e psicológica singular cujo conhecimento é imprescindível para apreendê-la. O objetivo desta pesquisa é analisar o karate por meio de sua espiritualidade, já que, junto aos textos fundamentais de sua tradição recente, ela é tida como a essência presente em todas as dimensões da expressão da arte. Para tanto, vale-se de uma metodologia historiográfica de perspectiva fenomenológica. Karate-do veicula a espiritualidade do esvaziamento como norte de sua filosofia corporal. Temas com linhas fronteiriças tênues entre si são analisados pela perspectiva de tal espiritualidade. A abrangência desta dinâmica corresponde a um combate subtrativo visando uma apreensão fluida e intutitiva da realidade.Karate is a fight practice that does not make use of weapons. It is based on old traditions and its main aim is to develop a sense of personality in the practitioner. Karate originated from unique spiritual and psychological dynamics, which are of utmost importance for the full understanding of this practice. The objective of this research is to analyze karate-do by means of its spirituality. This is because, together with the fundamental texts about the recent tradition of this fight, spirituality is considered to be the essence present in all dimensions of the artistic expression of karate. To this end, the historiographical methodology of phenomenological perspective was employed in this study. Karate-do has the spirituality of the empty hands method as the north of its body philosophy. Themes with blurred borders are analyzed from this spiritual point of view herein. This dynamics includes the subtractive fight, aiming at the fluid and intuitive understanding of

    4. Educação e esfera pública democrática: um capítulo negligenciado da filosofia política = Education and democratic public sphere: a neglected chapter of the political philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Honneth, Axel

      2013-01-01

      Full Text Available O texto discute a relação entre a educação e a organização democrática do governo republicano. Para o autor, pelo menos desde Kant os teóricos clássicos da filosofia política estavam convencidos de que uma boa educação e uma ordem estatal republicana dependem uma da outra: formar cidadãos para a liberdade para que, como cidadãos autônomos institucionalizem uma educação pública que possibilite a seus filhos o caminho para a maioridade política. Mas ele constata hoje um divórcio entre as gêmeas teorias da democracia e da educação. Razões que podem ter levado a essa cisão ele localiza na combinação, por afinidades eletivas, entre uma concepção truncada de democracia, que dependeria de comunidades tradicionais e mesmo religiosas para reproduzir suas bases ético-culturais, e uma falsa concepção normativa de neutralidade do estado, que culmina concebendo os professores não mais como servidores públicos a serviço do estado democrático de direito, mas como servidores dos pais. Em contraposição ao desacoplamento entre a formação do cidadão autônomo e do governo autônomo dos cidadãos, entre pedagogia e teoria política, ele reconstrói, a partir dos clássicos da teoria social, a concepção sobre um nexo fundamental entre educação e liberdade política, entre formação e democracia. Longe de advogar por uma volta à escola tradicional, o autor chama a atenção para dois grandes desafios que juntas, pedagogia e teoria democrática precisam enfrentar: o impacto da revolução digital sobre a esfera pública e a crescente heterogeneidade cultural dos cidadãos, em especial nas democracias ocidentais, para que a educação torne a ser o lugar do aprendizado da cultura democrática. (Resumo do editor

    5. O cuidado como conceito articulador de uma nova relação entre filosofia e pedagogia Care as a regulating concept of a new relationship between philosophy and pedagogy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cláudio Almir Dalbosco

      2006-12-01

      Full Text Available O artigo reconstrói brevemente, em sua primeira parte, a situação de dependência histórica da pedagogia, primeiro em relação à filosofia e, depois, às ciências, para mostrar que um dos resultados de tal dependência é a incorporação, no universo do discurso pedagógico, daquela mesma tendência, presente de modo geral tanto no discurso filosófico como científico, de objetificação do ser humano por meio de sua epistemologização ou eticização. Na segunda parte, recorre ao pensamento heideggeriana de Ser e Tempo e sua crítica à metafísica clássica e à ciência moderna, com o intuito de abalizar um arsenal conceitual produtivo à pedagogia, para que ela possa repensar-se a si mesma. Em que pese todas as dificuldades teóricas intrínsecas ao projeto de extrair desdobramentos pedagógicos desta obra, o conceito de cuidado (Sorge como tríplice dimensão articulada estruturalmente constitui o fio condutor deste arsenal.The first part of this paper briefly rebuilds the situation of historical dependency of pedagogy: first on philosophy and later on science. It thus shows that one of the results of such a dependency has been to incorporate in the pedagogical speech universe the same trend, generally present in both the philosophical and the scientific speech, that objectivizes the human beings through their epistemologization or ethicization. Its second part resorts to Heidegger's thought in Being and Time and his criticism of classical metaphysics and modern science in order to establish a productive conceptual arsenal for pedagogy so that it may rethink itself. In spite of all the theoretical hardships intrinsic to the project of extracting pedagogical deployments from this work, the concept of care (Sorge as a structurally articulated threefold dimension composes the leading thread of this arsenal.

    6. Filosofia e psicanálise: um exercício de pinçar(comanálise a partir de Nietzsche e Freud/Philosophy and psychoanalisys: an exercise to pinch(withanalysis from Nietzsche and Freud

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alexandre Filordi de Carvalho

      2010-03-01

      Full Text Available O artigo tem por objetivo sustentar que é possível uma aproximação do campo filosófico com a psicanálise. Tomando o pensamento de Nietzsche e de Freud como eixo de interlocução, procura evidenciar que ambos os autores trataram de empreender a destruição das evidências acerca do entendimento do sujeito e do lugar da subjetividade na história da Razão ocidental. A hipótese central é que a análise da teoria das pulsões em Nietzsche foi uma contribuição decisiva para o próprio entendimento de Freud acerca dos instintos e das pulsões em sua segunda tópica. Se a psicanálise dialoga desde o seu início com a filosofia, é possível sustentar que tal empreendimento não pode mais deixar de ocorrer, pois a temática do sujeito e sua constituição tornaram-se cruciais para o avanço do pensamento filosófico e psicanalítico. The article aims to argue that it is possible to approach the field of philosophy and psychoanalysis. Taking the thought of Nietzsche and Freud as an axle for dialogue, try to show that both authors have tried to undertake the destruction of evidence about the understanding of subject and place of subjectivity in the history of occidental Reason. The central hypothesis is that the analysis of the theory of natural impulses and natural instincts in Nietzsche was a decisive contribution to Freud's own understanding about the impulsion’s place and instincts in his second topic. If psychoanalysis dialogue since its inception with the philosophy, it is possible to argue that such an enterprise can no longer fail to occur because the matter of the subject and its constitution have become crucial to the advancement of philosophical and psychoanalytic thought.

    7. Modernità e ortodossia: strategie di conciliazione e dissidenza nell'insegnamento della filosofia nei collegi gesuitici del primo Settecento

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Anna Rita Capoccia

      2010-02-01

      Full Text Available La contribution d'A. R. Capoccia s'appuie sur l'analyse des manuscrits de philosophie naturelle (phisica de Giulio Gori et d'autres professeurs jésuites du Collège Romain au cours des deux premières décenniesdu xviiie siècle. L'auteure s'attache à mettre en évidence l'opposition, “disimulée” mais bien réelle, des professeurs aux prescriptions officielles de l'Ordre en matière d'enseignement. Elle s'emploie en particulier à décrire l'une des stratégies d'introduction de la philosophie moderne, atomiste et cartésienne, qui sapaient en fait les bases des propositions doctrinales constitutives de l'orthodoxie doctrinale de la Compagnie de Jésus.Il contributo di A. R. Capoccia è basato sull’analisi dei manoscritti di filosofia naturale (phisica di Giulio Gori e di altri professori gesuiti al Collegio romano nel primo ventennio del Settecento; in esso si descrivono la ‘dissimulata’ opposizione dei professori alle prescrizioni ufficiali dell’Ordine in materia d’insegnamento e una delle strategie d’introduzione della filosofia moderna, atomistica e cartesiana in particolare, che scardinavano gli assunti dottrinali a fondamento dell’ortodossia nell’Ordine dei gesuiti.Anna Rita Capoccia's contribution is based on the analysis of manuscripts created by Giulio Gori and other Jesuit professors at Roman College in the first twenty years of eighteenth century.There are here described professors' "hidden" opposition to official precepts by the Order about teaching and an introduction strategy to Atomist and Cartesian modern philosophy; these strategies unhinged doctrinal tasks that were the theoretical structure of Jesuit Order's orthodoxy.

    8. ATIVIDADES DE ELABORAÇÃO CONCEITUAL POR ESTUDANTES NA SALA DE AULA DE FÍSICA NA EJA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Erico Tadeu Fraga Freitas

      Full Text Available Neste trabalho analisa-se a atividade de elaboração conceituai por jovens e adultos no contexto da sala de aula de Física, na apren dizagem da primeira lei de Newton. O material empírico analisado consiste das produções escritas dos alunos, nas quais argumentam sobre a possibilidade de movimento da Terra valendo-se dos conceitos de inércia e movimento relativo. A análise, inspirada na Filosofia da Linguagem de Bakhtin, se volta para os conteúdos e modos de dizer dos estudantes, buscando neles examinar os diálogos entre suas próprias palavras e as "palavras alheias" da ciência escolar. Indicamos cuidados metodológicos na seleção e análise do texto, para o qual foram usados alguns dos modos de relação entre a palavra alheia e o sujeito falante: "o assentimento" e "os entrelaçamentos", a partir da noção de "discurso citado" e "construção híbrida". Os resultados obtidos indicam uma maior relação de assen timento dos estudantes ao discurso da ciência escolar.

    9. Infinito e tempo: a filosofia da idéia de infinito e suas conseqüências para a concepção de temporalidade em Levinas

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Farias, André Brayner de

      2006-01-01

      Full Text Available O trabalho pretende mostrar como a filosofia da idéia de infinito em Levinas se articula com a concepção da temporalidade diacrônica. A referência filosófica mais explícita e recorrente da idéia de infinito em Levinas é o pensamento cartesiano da Terceira Meditação, porém outras influências muito relevantes para este tema provêm dos textos talmúdicos. Procuramos aproximar as duas fontes do pensamento levinasiano, filosofia e judaísmo, pela análise de dois conceitos fundamentais da obra de Levinas, infinito e temporalidade.

    10. Thomas Kuhn na epistemologia da Ciência da Informação: uma reflexão crítica Thomas Kuhn en la epistemología de la Ciencia de la Información: una reflexión crítica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Gustavo Silva Saldanha

      2009-03-01

      Full Text Available O artigo discute a presença de Thomas Kuhn nas Ciências Sociais e na Ciência da Informação. Identifica possíveis incongruências no uso de teorias da filosofia da ciência baseada na obra “Estrutura das Revoluções Científicas” no âmbito da leitura epistemológica dos estudos informacionais. Desenvolve uma reflexão crítica sobre a epistemologia e a historiografia da Ciência da Informação.

    11. Sobre educação, antropologia, ética e linguagem, na era tecnológica = About education, antropology, language, on tehcnological times = Acerca de la educación, antropología, lenguaje en la era tecnológica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Martini, Rosa Maria Filippozzi

      2016-01-01

      Full Text Available O presente trabalho aborda temas importantes para a educação brasileira tais como antropologia, ética e tecnologia de maneira que seu aprofundamento possa contribuir para discussões e ações que promovam um desenvolvimento sustentável. Para tanto se detém na análise da antropologia como filosofia primeira, na ética da solicitude como aspectos fundamentais para a formação de professores. O trabalho discute as questões das tecnologias de comunicação como condição para um ensino significativo

    12. Os soldados de Deus: religião e política na Faculdade de Direito de Porto Alegre na primeira metade do século XX

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luiz Alberto Grijó

      2012-12-01

      Full Text Available O artigo aborda as ideias e concepções filosóficas que predominaram na Faculdade de Direito de Porto Alegre, fundada em 1900, ao longo dos seus primeiros 40 anos de existência. Focando a geração dos católicos, analisa a oposição que se estabeleceu entre esse grupo e os outros membros da instituição que não comungavam com a filosofia do humanismo cristão pregada por ele. Discute-se a formação e as características desses católicos, bem como sua participação na Faculdade de Direito, quando buscaram espaços para o humanismo cristão contrapondo-se politicamente àqueles que passaram a chamar de 'positivistas'.

    13. Refutação do argumento ontológico, ou filosofia crítica versus filosofia dogmática = The refutation of the ontological argument, or critical philosophy versus dogmatic philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Faggion, Andrea Luisa Bucchile

      2011-01-01

      Full Text Available Em seu artigo “Kant’s Critique of the Three Theistic Proofs [partial], from Kant’s Rational Theology”, incluído no livro Kant’s Critique of Pure Reason. Critical Essays, Allen Wood pretende mostrar que Kant não teria provado que a existência não poderia ser um predicado real ou determinante. Em seu artigo “Anselm’s Ontological Arguments”, publicado na revista The Philosophical Review, Norman Malcolm pretende mostrar que Kant não teria provado que a existência necessária não poderia ser um predicado real ou determinante. Lidando com as defesas de Wood e Malcolm para o argumento ontológico contra as críticas de Kant, pretendo sugerir, primeiramente, que o argumento de Kant funciona e, em segundo lugar, que ele não depende dos seus Postulados do Pensamento Empírico. Na verdade, advogo a tese de que o segundo Postulado poderia ser justificado por um apelo às conclusões de Kant sobre a existência, na seção “Sobre a impossibilidade de uma prova ontológica da existência de Deus”

    14. La secundària, un lloc de la filosofia La secundaria, un lugar de la filosofía Secondary education, a place for philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jordi Beltran del Rey

      2009-01-01

      Full Text Available Molts membres de la comunitat filosòfica consideren que la filosofia a secundària necessàriament es desnaturalitza i que, en el millor dels casos, només és possible practicar-la d’una manera simulada. Aquest qüestionament ens preocupa més que el provinent d’algunes orientacions psicopedagògiques que tenen com a referent sistemes educatius on no hi figura l’epígraf filosofia. Davant de tot això, mantenim que és desitjable i possible l’existència d’una autèntica filosofia en acte a les aules de secundària. Fonamentem això en criteris interns a la pròpia disciplina, com la vigència de l’ideal il·lustrat i la vocació paidèutica de la filosofia des dels seus inicis. La pràctica d’aquesta filosofia requereix investigar sobre els instruments específics que ens permeten filosofar: conceptualitzar, problematitzar i argumentar. La producció filosòfica a les aules de secundària catalanes, per bé que modesta, cal que sigui assumida com un repte per totes les institucions, i vèncer les resistències originades en concepcions elitistes del filosofar. _____________________________________________ De nombreux membres de la communauté philosophique considèrent que la philosophie dans l’enseignement secondaire est nécessairement dénaturée et que, dans le meilleur des cas, il est seulement possible de la pratiquer d’une manière simulée. Ce questionnement nous préoccupe davantage que celui qui provient de certaines orientations psychopédagogiques qui ont comme référence des systèmes éducatifs où ne figure pas la matière philosophie. Face à cela, nous maintenons que l’existence d’une authentique philosophie en acte est souhaitable et même possible dans les classes du secondaire. Nous fondons cela sur des critères internes à la discipline, elle-même, tels que la vigueur de l’idéal des Lumières et la vocation paideutique de la philosophie depuis ses débuts. La pratique de cette philosophie

    15. La construcció del sentit del sofriment i la mort: antropologia filosòfica i filosofia de l'educació en Víctor E. Frankl

      OpenAIRE

      Mèlich,Joan-Carles

      1994-01-01

      L'objectiu d'aquest treball rau en mostrar la relació entre l'antropologia filosòfica de Viktor Frankl, el creador de la logoteràpia, i la seva filosofia de l'educació està poc desenvolupada en la seva obra. En aquest article s'intenta aplicar el model antropològic de Frankl a una pedagogia del sofriment i la mort.

    16. Considerações sobre a teoria do cérebro triuno e sua relevância para uma filosofia da mente e das emoções = Remarks on the triune brain theory and its relevance to a philosophy of mind and emotions

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Mograbi, Gabriel José Corrêa

      2015-01-01

      Full Text Available Este artigo estabelece algumas relações fundamentais entre evolução, a teoria do cérebro triuno e a relevância que esta pode ter para a fundamentação empírica de uma filosofia da mente e das emoções. Inicialmente, será especialmente considerada a posição do filósofo Ronald de Sousa no seu já clássico artigo “The Mind’s Bermuda Triangle: Philosophy of Emotions and Empirical Science”, parte do Oxford Handbook of Philosophy of Emotions. A segunda seção discute a validade da teoria do “cérebro triuno” como abordagem neuroetológica evolutiva, delineando sua divisão tripartite do cérebro e analisando críticas e elogios às suas ideias, além de considerações de neurocientistas importantes no campo do estudo das emoções como Ledoux e Panksepp sobre tal tema. Na terceira seção, trato de um trabalho de Pollen e Hofmann que nos serve de apresentação de novas abordagens contemporâneas para a compreensão da evolução do cérebro. Como conclusão delineio um marco de trabalho na forma de uma agenda de pesquisa para as relações entre biologia evolutiva, neurociência e o estudo filosófico das emoções

    17. Reflexões sobre o resgate do parto natural na era da tecnologia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Petronila Libana Cechin

      2002-08-01

      Full Text Available Este artigo tece algumas considerações reflexivas sobre o resgate do parto natural, apesar dos avanços tecnológicos na área obstétrica. Retomar as nossas raizes culturais para humanizar o processo da gestação e do parto, é uma proposta alternativa ao modelo atual. A interferência da tecnologia médica sobre o parto está associada ao poder econômico que se apossou do corpo, preconizando que o nascimento seguro é aquele que ocorre no meio hospitalar, munido de alta tecnologia. Assim sendo, criou-se a filosofia do parto medlcalizado, com rigorosa assepsia e atitudes técnicas, multas vezes desnecessárias, interferindo nesta maravilhosa conquista evolutiva que é o parto normal.

    18. O corpo a corpo na clínica em movimentos

      OpenAIRE

      Barretti, Alexandre de Renzo

      2013-01-01

      Esta dissertação é um estudo sobre a experiência clínica psicanalítica e o campo transferencial no manejo com as psicoses, na construção de agenciamentos entre o desejo e o social em sua instância micropolítica e macropolítica, no âmbito da saúde mental pública e no consultório particular, em que procuro dar visibilidade trazendo reminiscências de alguns casos com conceitos teóricos emprestados da filosofia da multiplicidade para amparar uma práxis que percorra por um paradigma...

    19. Caso-pensamento como estratégia na produção de conhecimento

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Christiane Siegmann

      2007-04-01

      Full Text Available Este texto estabelece que o ato de pesquisar se aproxima do ato de conversar, configurando-se também como dispositivo de subjetivação e espaço de criação. Propõe-se um modo poético e singular de criar um processo de investigação e, simultaneamente, de atuação profissional, procurando romper com o método de investigação mecanicista e dicotômico. Apresenta-se uma estratégia metodológica que utiliza a análise de casos-pensamento elaborados com base na experiência clínica do terapeuta ocupacional e que tem como teia-conceitual os referenciais da Filosofia da Diferença, Terapia Ocupacional, Psicologia e Literatura.

    20. O desejo na Grécia Helenística

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Zeferino Rocha

      Full Text Available O presente trabalho é a terceira e última parte de uma pesquisa sobre “O desejo na Grécia Antiga”. Na primeira parte, reunimos as manifestações do desejo nos poemas épicos, líricos e trágicos, bem como nas máximas dos sete sábios e na doutrina dos filósofos pré-socráticos da Grécia Arcaica. Na segunda, apresentamos o essencial da sistematização teórica que, na Grécia Clássica, Sócrates, Platão e Aristóteles deram a essas primeiras manifestações do desejo. Nesta última parte, depois de lembrar a origem e as características da cultura helenística, vamos ver o que os epicuristas e os estóicos, no contexto de suas respectivas filosofias, disseram sobre o desejo no Jardim de Epicuro e no Pórtico Antigo de Zenão e Crísipo.

    1. Indigência e penúria na era da técnica = Indigence and penury in the technical age

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ferreira Junior, Wanderley José

      2012-01-01

      Full Text Available Toma-se como referências básicas algumas reflexões do filósofo Martin Heidegger sobre o domínio planetário da técnica para mostrar a penúria de uma época marcada pelo fim da filosofia mediante sua realização como metafísica nas ciências técnicas. Explicita-se ainda como esse fim da filosofia na era do domínio planetário da técnica pode se constituir o ponto de partida para um novo começo do pensar, que pensa para além dos limites impostos pelo pensamento calculador. Na parte conclusiva do artigo procura-se determinar o caráter e a tarefa que caberia a essa nova forma de pensar e conhecer que nos aproxima das coisas tais como são

    2. Implementação de técnicas e princípios de produção lean no processo de lacagem de estofos : revestimentos na indústria automóvel

      OpenAIRE

      Cunha, Tiago João Martins da

      2012-01-01

      Dissertação de mestrado em Engenharia Industrial A indústria automóvel é uma indústria muito competitiva e como tal as empresas nela inseridas têm de ter um nível competitivo muito elevado. O paradigma Lean Manufacturing surge como uma filosofia crucial a implementar na perspectiva de diminuir desperdícios e promover uma constante melhoria dos processos produtivos. Esta dissertação foi desenvolvida no âmbito do projeto final de curso do Mestrado em Engenharia Industrial da U...

    3. Filosofia lean-implementação do comboio logístico e da metodologia 5S

      OpenAIRE

      Dionísio, Miguel Ferreira da Silva Moreira

      2013-01-01

      O presente projecto é constituído por duas grandes partes: uma sobre os fundamentos teóricos do Lean Thinking, desde os seus conceitos, princípios, ferramentas e técnicas, até ao Lean Thinking aplicado à logística, fundamental para uma melhor interpretação e desenvolvimento do caso prático. A segunda parte prende-se com os resultados do trabalho desenvolvido na Bi-Silque SGPS, S.A. Os principais objectivos foram a reformulação dos processos e métodos de abastecimento de comp...

    4. Hirsch's index: a case study conducted at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      N. Torro-Alves

      2007-11-01

      Full Text Available An analysis of scientific bibliographic productivity using the Hirsch h-index, information from the Institute of Scientific Information database and the Curriculum Lattes (CNPq, Brazil was performed at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP that has four departments in natural, biological and social sciences. Bibliometric evaluations of undergraduate programs showed a better performance of the departments of Chemistry (P < 0.001 and Biology (P < 0.001 when compared to the departments of Physics and Mathematics and Psychology and Education. We also analyzed the scientific output of the six graduate programs of FFCLRP: Psychology, Psychobiology, Chemistry, Physics Applied to Medicine and Biology, Comparative Biology, and Entomology. The graduate program in Psychology presented a lower h-index (P < 0.001 and had fewer papers indexed by the ISI web of science (P < 0.001 when compared to the other graduate programs. The poorer performance of the Psychology program may be associated with the limited coverage by the Thompson Institute of Scientific Information database.

    5. Concretude simbólica e descrição etnográfica (sobre a relação entre antropologia e filosofia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luís R. Cardoso de Oliveira

      2013-12-01

      Full Text Available O artigo procura refletir sobre a relação entre antropologia e filosofia a partir de características centrais da descrição etnográfica e da importância da dimensão simbólica da vida social. Tendo como referência as diferentes manifestações da vida social e a diversidade das sociedades e grupos ou segmentos sociais estudados pelos antropólogos, o artigo examina as condições de inteligibilidade do trabalho etnográfico como uma questão que perpassa a pesquisa antropológica onde quer que ela tenha lugar, impondo permanentemente uma reflexão de caráter filosófico para dar conta de problemas concretos, bem circunscritos e empiricamente delimitados. Neste empreendimento, o texto explora inicialmente as condições de inteligibilidade de práticas de bruxaria estudadas pelos antropólogos, para concluir com uma discussão sobre a inteligibilidade das disputas judiciais e das demandas por direitos em sociedades modernas.

    6. Continuidade ou ruptura? Uma análise de alguns aspectos da filosofia social de John Stuart Mill, Alfred Marshall e John Maynard Keynes

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      LAURA VALLADÃO DE MATTOS

      2015-06-01

      Full Text Available O artigo argumenta que é possível se falar em uma 'tradição' no campo de filosofia social e econômica unindo as obras de J.S. Mill e Alfred Marshall e J.M. Keynes. Essa 'tradição' pode ser caracterizada pelas seguintes concepções: (a pela rejeição moral aos valores aquisitivos do capitalismo; (b pela visão de que o sistema capitalista seria incapaz de resolver de forma espontânea as questões das desigualdades de renda e riqueza e da pobreza; (c pela ideia de que, por uma questão de garantia de liberdade e da diversidade, além de por questões de eficiência econômica, dever-se-ia deixar a iniciativa individual agir livremente nas esferas em que é capaz de engendrar bons resultados, mas que o Estado deveria intervir, quando essa falha, atuando em benefício da coletividade; (d pela crença de que seria possível melhorar significativamente esse sistema por meio de mudanças pontuais e graduais.

    7. The origins of psychology in Italy: Themes and authors that emerge through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy].

      Science.gov (United States)

      Bartolucci, Chiara; Lombardo, Giovanni Pietro

      2012-08-01

      This article examines the scientific-cultural context of the second half of the 1800s, during which psychological science emerged in Italy. The article explores the contribution made by the emergence of the primary research traditions of that period, namely, physiological anthropology and phreniatry, by means of a methodology that combines content analysis with a classical historiographical study of the period. Themes and authors deriving from the various disciplines in the human and natural sciences were identified through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy], a periodical that is representative of Italian positivism. The analysis highlights the epistemological perspective held by scholars who, distancing themselves from the mechanistic reductionism of the proponents of positivism, integrated a naturalistic and evolutionary conceptualization with the neo-Kantian critique. A clearly delineated naturalistic and differential perspective of scientific research that brought about the birth of psychology as an experimental discipline in Italy in the 1900s emerges from the analysis, including psychology and psychopathology as studied by the phreniatrists Gabriele Buccola, Enrico Morselli, and Eugenio Tanzi; Tito Vignoli and Giuseppe Sergi's work in comparative anthropology; Giulio Fano's approach and contribution to physiology; and Enrico Ferri's contribution to criminology. (PsycINFO Database Record (c) 2012 APA, all rights reserved).

    8. Hirsch's index: a case study conducted atthe Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

      Science.gov (United States)

      Torro-Alves, N; Herculano, R D; Terçariol, C A S; Kinouchi Filho, O; Graeff, C F O

      2007-11-01

      An analysis of scientific bibliographic productivity using the Hirsch h-index, information from the Institute of Scientific Information database and the Curriculum Lattes (CNPq, Brazil) was performed at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP) that has four departments in natural, biological and social sciences. Bibliometric evaluations of undergraduate programs showed a better performance of the departments of Chemistry (P < 0.001) and Biology (P < 0.001) when compared to the departments of Physics and Mathematics and Psychology and Education. We also analyzed the scientific output of the six graduate programs of FFCLRP: Psychology, Psychobiology, Chemistry, Physics Applied to Medicine and Biology, Comparative Biology, and Entomology. The graduate program in Psychology presented a lower h-index (P < 0.001) and had fewer papers indexed by the ISI web of science (P < 0.001) when compared to the other graduate programs. The poorer performance of the Psychology program may be associated with the limited coverage by the Thompson Institute of Scientific Information database.

    9. POLÍTICA, ECONOMIA, SOCIEDADE, FILOSOFIA E CIÊNCIA: CORRELAÇÕES HISTÓRICAS NOS OITOCENTOS

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernando Santiago dos Santos

      2015-03-01

      Full Text Available O século XIX foi um período histórico marcado por grandes transformações sociopolíticas, geográficas, filosóficas e científicas oriundas, em grande parte, dos ideais pós-revolução do século XVIII e da ascensão da burguesia. A formação dos Estados-nação europeus e a dominação imperialista do mundo por nações como Inglaterra, França, Itália, Rússia e Estados Unidos da América, associadas à crescente racionalização da ciência e aos avanços tecnológicos sem precedentes, são características indeléveis dos Oitocentos. A visão mecanicista do mundo e a tentativa de explicar os fenômenos sociais por meio dos métodos estatísticos também são fatores inerentes ao pensamento científico do período. O positivismo e as ideias revolucionárias de Charles Robert Darwin e Alfred Russel Wallace são, igualmente, marcas do século que, transformando a sociedade e a economia, também influenciaram o modo de pensar da atualidade.

    10. Transmodernidade e interculturalidade: interpretação a partir da filosofia da libertação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Enrique Dussel

      2016-04-01

      Full Text Available Ao reconhecer uma nova localização das culturas periféricas na história mundial, bem como partindo de uma concepção não monolítica e não substancialista de cultura, este artigo localiza, por um lado, a Europa na história mundial e propõe, por outro, um diálogo intercultural simétrico entre críticos das culturas ditas periféricas. Essas culturas periféricas foram colonizadas, excluídas, desprezadas, negadas e ignoradas pela Modernidade eurocentrada, porém, não foram eliminadas. O desafio que se coloca é o de estabelecer um diálogo transmoderno e simétrico entre essas culturas - tratadas como exterioridades da Modernidade - a fim de responder de outros lugares os desafios da Modernidade e pós-modernidade europeia.

    11. Revelação e encarnação: a filosofia do cristianismo segundo Michel Henry

      OpenAIRE

      Araujo, Ronaldo Chicre

      2015-01-01

      Esta pesquisa pretende investigar como a carne pode ser revelação e como a revelação se realiza como carne na proposta fenomenológica de Henry. Há uma relação entre a fenomenologia da carne e a encarnação cristã. A carne não é somente o princípio da constituição do corpo objetivo, há nela sua substância invisível. A encarnação em sentido cristão difere tanto da compreensão grega quanto da judaica. A encarnação do verbo significa sua vinda em uma carne viva, carne que tem sua re...

    12. O ensino de conteúdos de História e Filosofia da Ciência

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernando Bastos

      1998-01-01

      Full Text Available O presente trabalho de pesquisa consistiu em duas etapas: (i produção de um Guia de Estudos em que a história das pesquisas sobre a febre amarela (1881-1903 foi usada como subsídio para a discussão de alguns importantes aspectos do processo de produção de conhecimentos na ciência; (ii realização de experiência pedagógica em que o Guia de Estudos foi aplicado junto a alunos do ensino médio. Os resultados obtidos forneceram evidência da viabilidade do uso da História da Ciência no Ensino de Ciências.

    13. Contribuições da filosofia para a pesquisa em enfermagem Contribuciones de la Filosofía para la investigación en Enfermería Philosophy's contributions to research in Nursing

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Raquell Alves de Araújo

      2012-06-01

      Full Text Available Objetivou-se realizar um levantamento das pesquisas, na área de Enfermagem, que fizeram uso da filosofia com perspectiva de compreender sua prática, buscando identificar sua contribuição para a profissão. Trata-se de um estudo cuja base metodológica é a revisão integrativa, de caráter crítico e retrospectivo, com fonte de dados secundários. Para a seleção dos artigos utilizaram-se as bases de dados Lilacs e Medline. A amostra desta revisão constituiu-se de 31 artigos. Após análise dos artigos, os resultados apontaram que há uma dominação de estudos qualitativos e reflexivos, utilizando a fenomenologia como abordagem filosófica, predominando o referencial teórico do filósofo Martin Heidegger. Concluiu-se que a fenomenologia tem sido cada vez mais utilizada em trabalhos realizados no campo da Enfermagem, o que reflete a preocupação em compreender os fenômenos vividos no seu cotidiano. Assim, tem apresentado subsídios expressivos para a práxis da profissão e, especialmente, para a edificação do conhecimento enquanto disciplina.Este artículo tuvo como objetivo evaluar las investigaciones, en el área de la Enfermería, que utilizaron la filosofía para comprender su práctica, identificando su contribución para la profesión. Es un estudio de revisión integrada, de carácter crítico y retrospectivo. Para seleccionar los artículos, utilizamos las bases de dados Lilacs y Medline. La muestra de esta revisión tuvo 31 artículos. Después de analizarlos, los resultados indicaron que los estudios cualitativos y reflexivos predominaron, utilizando la fenomenología como abordaje filosófica, predominando el referencial teórico del filósofo Martin Heidegger. Llegamos a la conclusión de que la fenomenología tiene sido cada vez más utilizada en trabajos realizados en el campo de la Enfermería, y esto refleja la preocupación en comprender los fenómenos vividos en su rutina. Así, se ha presentado importantes

    14. A Biblioteconomia e a Ciência da Informação na taxionomia das ciências de Charles Sanders Peirce

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Cândido de Almeida

      2005-07-01

      Full Text Available Mostra a taxionomia das ciências desenvolvida por Charles Sanders Peirce (1839-1914 que divide as ciências em três ramos: ciências teóricas, ciências da revisão e ciências aplicadas. Detalha principalmente as ciências teóricas: a Matemática, a Filosofia e a Idioscopia. Discute também o conceito de Biblioteconomia e de Ciência da Informação e que segundo as definições e características, encontradas na literatura consultada, estão na condição de ciências aplicadas, direcionadas a problemas práticos da sociedade, ou seja, o problema de controle e disseminação da informação.

    15. Rudolph Atcon, entre o educacional e o urbanístico na definição de diretrizes para Campi Universitários no Brasil

      OpenAIRE

      Souza, Gabriella Inhan De

      2015-01-01

      O presente trabalho investiga a atuação do consultor norte-americano Rudolph Atcon no processo de revisão do ensino superior no Brasil na década de 1960. Atcon nasceu na Grécia e naturalizou-se norte-americano, país onde teve uma formação ampla, cursando engenharia civil (1943) e artes liberais (1951), e fazendo pós-graduação em filosofia das ciências e lógica simbólica. A partir de 1951 desenvolveu diversos trabalhos no Brasil. Neste contexto destaca-se sua atuação no campo do ensino superio...

    16. EDUCAÇÃO NA E PARA A DEMOCRACIA NO BRASIL: CONSIDERAÇÕES A PARTIR DE J. DEWEY E J. HABERMAS

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Guilherme Perez Cabral

      Full Text Available RESUMO: O artigo tem por objetivo a reflexão sobre a educação para a democracia, no âmbito do Estado Democrático de Direito, no Brasil, fundamentando-a na filosofia social do pragmatista norte-americano John Dewey e do representante da "segunda geração" da Escola de Frankfurt, Jürgen Habermas. À luz do conceito de discurso e de seu potencial de aprendizagem racional, cognitiva e moral, propõe hermenêutica enriquecida do projeto constitucional de 1988, em que, superando o passado autoritário brasileiro, educação e democracia constituam experiências comunicativas indissociáveis na realização do projeto moderno de emancipação.

    17. A tensão de ensinar na (impotência de controle/The tension of teaching under the power (lessness of control

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Francisca Paula Toledo Monteiro

      2010-03-01

      Full Text Available Este artigo apresenta o estudo de caso de uma criança com “dificuldades de aprendizagem”. Os recursos teóricos que deram suporte a essa reflexão têm origem na psicanálise – nos escritos de Sigmund Freud sobre o inconsciente, o saber e a relação transferencial – e na filosofia, sob a ótica de Michel Foucault e seus apontamentos sobre poder, saber e verdade. This article presents the case study o fone child with “learning disabilities”. The theoretical backdrop that supported this reflection has its origins in psychoanalysis – in the writings of Sigmund Freud about desire, knowing and transference – and in philosophy, in the perspective of Michel Foucault and his entries concerning power, knowing and truth.

    18. O PARADIGMA DO CÉU E O PARADIGMA DA CONSTELAÇÃO: A FILOSOFIA E A POESIA EM A REPÚBLICA, DE PLATÃO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabiano Felten

      2012-07-01

      Full Text Available Este trabalho realiza um ensaio sobre a obra Πλατωνοσ Πολιτεια, Platonos Politeia – a Politeia, de Platão, mais conhecida como A República. Serão abordados aspectos de sua argumentação acerca da formação da alma humana pela filosofia e pela poesia. Nesse sentido, de maneira geral, abordar-se-á a problematização que o filósofo helênico relaciona à natureza do fazer poético em meio a uma utopia ideal de constituição político-educacional de uma cidade. Em síntese, a partir do que diz o próprio autor, Homero não convém a uma πολις3. Imprópria ao que a teoria platônica concebe como verdade, um bem supremo que deve ser alvo de vida e que deve constituir o conhecimento humano, a poesia tradicional (épica, lírica e dramática, afastada que está, segundo Platão, das qualidades essenciais da verdade, precisa ser substituída por outra de caráter filosófico – e ter seu hedonismo balizado, em favor daquilo que o filósofo considera como ideal para a constituição de uma polis. Esse ideal deve ser sustentado por princípios morais e éticos justos, os quais Platão considera inviabilizados pela poesia tradicional, tal como ela é manifestada, de maneira geral, pela cultura helênica.

    19. UMA FILOSOFIA ONTOLÓGICA DA INFÂNCIA E OS EXERCÍCIOS POÉTICOS DE SER CRIANÇA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      ELAINE DA SILVA CARVALHO DONATO (UESB

      2017-06-01

      Full Text Available RESUMO: O presente trabalho tem por objetivo a leitura do livro Exercícios de Ser Criança (1999, à luz da filosofia de Gaston Bachelard (1884-1962, principalmente pelo significado teórico que a infância toma nas poéticas do Devaneio e do Espaço. Exercícios de ser criança (1999, primeiro livro do poeta Manoel de Barros publicado com a classificação infanto-juvenil, recupera as principais características do programa poético manoelino: a aversão ao utilitarismo da linguagem, o universo infantil como temática central, o devaneio como exercício poético. Assim, temas como brincadeiras, travessuras e o modo próprio de como a criança vive o devaneio são recorrentes em toda a obra. Neste sentido, busca-se compreender como Manoel de Barros, por meio de seu fazer poético, toma a infância como signo de eterno retorno a um tempo que, a priori, é irrecuperável, mas que através dos exercícios poéticos de ser criança, torna-se um espaço permanentemente imóvel, de recordação, de revisitação. A infância como espaço de memória e criação poética. Palavras- Chave: Manoel de Barros. Infância. Poesia Brasileira. Bachelard.

    20. Construção de escalas de figuras à luz da filosofia Construcción de escalas de figuras según la filosofia Construction of optometric scales in the light of philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Rosane Arruda Dantas

      2005-12-01

      Full Text Available É por meio do caminhar que surge o novo. Objetiva-se fundamentar os novos aspectos encontrados na construção das escalas optométricas de figuras conforme a sua forma e conteúdo. Trata-se de uma reflexão (bibliográfico-analítica, feita a partir da dissertação de Dantas. Observa-se que a matéria é a escala optométrica pronta para uso. Já a forma é o que foi desenvolvido até gerar a matéria, cálculos ópticos e a lei da refração, além da anatomia e fisiologia ocular. O novo aspecto desenvolvido é a cultura. A questão filosófica demonstra a infinitude do conhecimento e revela que a visão de determinada pesquisa em um momento pode ser redimensionada em outro.A través del andar es que surge lo nuevo. Se objetiva basar los nuevos aspectos encontrados en la construcción de las escalas de optometría de figuras según su forma y contenido. Es uma reflexión (bibliográfico analítica, basada en la dissertación de Dantas. Se observa que la materia es la escala de optometría pronta para el uso. Ya la forma es lo que fue desarrollado hasta generar materia, cálculos ópticos y la ley de refracción, además de anatomía y fisiología ocular. El nuevo aspecto desarrollado o sea la cultura. La cuestión filosófica muestra la infinidad de conocimiento y revela que la visión de determinada pesquisa puede ser dimensionada, en un momento, en otra.It is by walking that the new arises. This study aims at establishing new issues in the construciton of optometric scales of pictures accordingly to their shape and content. It is a reflection (bibliographic-analytical based on Danta's dissertation. It is observed that the matter is the optonometric scale ready for use. The shape, in turn, is what was developed until the generation of the matter, the optical calculations and the law of refraction, apart from the ocular anatomy and physiology. The new aspect developed is culture. The philosophical question shows the infinity of knowledge and

    1. A reconstrução do sujeito : a reconfiguração do humanismo como problemática da Filosofia da Educação

      OpenAIRE

      Lopes, Blandina de Jesus Santos

      1999-01-01

      A temática da reconstrução do sujeito, em termos de intersubjectividade (fundamentalmente comunicacional e dialógica), surge intimamente ligada quer com a contextualização histórica-cultural da contemporaneidade - no sentido da coexistência não pacífica de modernidade e de pós modernidade - quer ainda com a problemática, no âmbito da Filosofia da Educação, da possível reconfiguração do humanismo. Assim, a interculturalidade - enquanto fenómeno social dos nossos dias - e a pedagogia intercultu...

    2. A realidade do mundo da ciência: um desafio para a história, a filosofia e a educação científica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eduardo Salles O. Barra

      1998-01-01

      Full Text Available O esclarecimento e a justificação dos modos pelos quais as teorias científicas apreendem e não apreendem o mundo real são tratados como problemas pertinentes à história e filosofia da ciência. Pretende-se que estes sejam também desafios próprios da educação científica. A defesa de uma concepção realista das teorias científicas é mostrada como uma maneira adequada e consistente de enfrentar esse desafio.

    3. Psyché (ψυχη. Os caminhos do acontecer psíquico na Grécia Antiga

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Zeferino Rocha

      Full Text Available O presente trabalho foi apresentado, como conferência de abertura, no V Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental, realizado na Cidade de Campinas (São Paulo entre 15 e 17 de setembro do presente ano. Nele foram delineados os principais momentos da trajetória do pensamento grego antigo no progressivo “acontecer” da psyché humana. O trabalho foi dividido em duas partes: a primeira, consagrada ao período da Grécia Arcaica, destacou o acontecimento da psyché nos poemas da tradição homérica, nos poemas líricos e, sobretudo, nos poemas trágicos, que prepararam o lugar de destaque que os primeiros filósofos présocráticos deram à psyché na sua maneira de ver o mundo. A segunda, correspondente ao período clássico, ressalta o cuidado da alma na filosofia de Sócrates e o significado metafísico que Platão e Aristóteles deram ao conceito de psyché, na medida em que o inseriram em suas respectivas filosofias. A conclusão indica, rapidamente, de que modo o acontecer psíquico continuou se realizando através da História da Humanidade e como, mais do que nunca, ele precisa ser repensado, hoje, para responder ao desafio que o mundo contemporâneo vem fazendo às ciências da alma.

    4. A Paisagem como Imagem e Representação do Espaço na Geografia Humana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Marcio Pereira Santos

      2010-08-01

      Full Text Available Neste artigo procuramos dar uma base teórica mais aprofundada, assim como maior divulgação, a uma frente de pesquisa considerada pouco explorada na Geografia Humana, pela qual, a partir do paradigma do Espaço como objeto de estudo e da Paisagem como categoria de analise, defendemos à tese da Paisagem como sendo imagem e representação de espaço apropriado e produzido pelo homem. Utilizaremos, para tanto, fontes teóricas contemporâneas (Milton Santos, David Harvey, Gottdiener, etc. e da própria história do pensamento geográfico (Hartshorne, Carl sauer etc., assim como outras teorias das ciências humanas, sobretudo da Filosofia (Sartre, Wittgenstein, etc..

    5. Paradoxo e medo da morte: dimensões tanatológicas na obra de SØren Kierkegaard

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alessandro Gonçalves Campolina

      2016-04-01

      Full Text Available A morte enquanto possibilidade é uma das questões centrais problematizadas pela filosofia existencial de Soeren A. Kierkegaard. Assumir a responsabilidade por “tornar-se o que se é”, em um mergulho corajoso nas múltiplas possibilidades da existência, parece ser a grande conquista dos que acreditam na vida, afirmando a cada instante, o apelo inadiável da decisão. Para tanto, um pensamento profundo do desespero é necessário para encontrar o paradoxo absoluto e a superação do medo da morte. A partir dos conceitos de angústia, desespero, “doença até a morte” e “mortalmente doente”, o presente estudo pretende investigar as dimensões tanatológicas que atravessam a obra do filósofo dinamarquês.

    6. O psicologismo e o associacionismo de David Hume na interpretação de Thomas Hill Green

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Claudiney José Sousa

      2016-10-01

      Full Text Available O empirismo era a filosofia dominante no Reino Unido nos finais do século XIX, quando Thomas Hill Green publicou sua Introdução ao Tratado da Natureza Humana. Nesta obra critica uma tentativa comum na época, de reduzir o discurso filosófico a explicações científicas de viés naturalista. Influenciado pelo idealismo hegeliano, Green desenvolve uma espécie de metafísica do conhecimento, a partir da qual faz duras críticas àquilo que ele chama de uma tendência de reduzir a consciência aos dados da sensação, presente, segundo ele, principalmente nas teorias da percepção de Locke e Hume, que considera psicologistas e associacionistas.

    7. A tríade “Verdadeiro-Bom-Belo”: O lugar da beleza na Idade Média

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jan A. Aertsen

      2008-06-01

      Full Text Available Neste artigo, Jan Aertsen discute a compreensão da tríade “Verdadeiro-Belo-Bom” como representante de um conjunto de questões clássicas em filosofia, a qual corresponderia, do ponto de vista moderno, à suposição de que o sujeito possui três modos distintos de se relacionar com o mundo: cognitivo, estético e prático. O autor sugere que a tríade foi formulada explicitamente pela primeira vez na Idade Média; neste período, entretanto, a beleza não era considerada um problema “estético”.

    8. LA DEFENSA PUTATIVA Y LA IMPUTABILIDAD DISMINUIDA EN EL CÓDIGO PENAL COLOMBIANO

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jorge Arturo Abello Gual

      2015-01-01

      Full Text Available In this paper a critical study of a case is made, it was possible to recognize a putative defense to a woman who shot against a taxi driver to mistakenly think that was the subject of an attack on the integrity of greater intensity what really happened

    9. Sobre la imputabilidad del daño en materia de responsabilidad por las actividades peligrosas

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabricio Mantilla-Espinosa

      2010-03-01

      Full Text Available Este artículo es un análisis crítico de ciertas posiciones doctrinales que pretenden aplicar en Colombia teorías sobre el nexo causal, elaboradas por la doctrina francesa. Se trata de explicar, de esta manera, algunas particularidades del régimen colombiano de responsabilidad   por  las actividades peligrosas.  De aceptarse en la jurisprudencia colombiana dichas posiciones se desfiguraría completamente el régimen especial de responsabilidad por las actividades peligrosas. Desfiguración que conllevaría, en la práctica, a una confusión con el régimen general de responsabilidad  por culpa.

    10. El peritaje psicológico en los tribunales: imputabilidad y diagnóstico

      OpenAIRE

      1987-01-01

      Este trabajo és una recopilación de tres dimensiones del peritaje psicológico. La primera clarifica el concepto de peritaje y las funciones del perito ante los tribunales de justicia. La segunda, es sobre la valoración psicométrica de la personalidad, y la tercera trata de la victimologia y dentro de la misma, consideraciones en torno al estrés postraumático. Estas tres partes están interrelacionadas y su estudio es imprescindible para completar un buen peritaje.

    11. El concepto de imputabilidad en la llamada matanza de lonco Luán

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Beatriz Kalinsky

      2000-05-01

      Full Text Available En este trabajo se analiza la llamada "Matanza de Lonco Luán" ocurrida en 1978 en el paraje del mismo nombre cerca del lago Aluminé, Provincia del Neuquén, Argentina. Como hecho único, sin embargo, plantea importantes interrogantes desde dos puntos de vista: por un lado, la propia ocurrencia de hechos bizarros que fueron adjudicados a una suerte de "sincretismo cultural" frente a la llegada del evangelio pentecostal en unacomunidad indígena mapuche. Por otro lado, frente a una causa penal inédlta, por la cantidad de detenidos, por la insuficiencia de los instrumentos técnico-legales y la incomprensión de la índole de los hechos ocurridos, parece imporante revisarmás de veinte años después los procedimientos judiciales que se decidieron alrededor de esta causa. El objetivo es evaluar las actuales modos de resolución de conflictos interculturales que son objeto de procesamiento penal por patle de la justicia oficial, teniendo en cuenta la reforma constitucional de 1994 (artículo 75, inciso 17, donde se reconoce la preexistencia étnica de los pueblos originados y Ias modificaciones sufridas a lo largo de estos años en los códigos: el procesal penal provincial y el código penal nacional.

    12. NA44 experiment

      CERN Document Server

      1990-01-01

      General view of NA44 experiment. NA44 is one of the seven experiments (NA44, NA45, NA49, NA50, NA52, WA97/NA57 and WA98) involved in CERN'S Heavy Ion programme which provided evidence for the existence of a new state of matter in which quarks, instead of being bound up into more complex particles such as protons and neutrons, are liberated and roam freely. Theory predicts that this state must have existed at about 10 microseconds after the Big Bang, before the formation of matter as we know it today.

    13. Compensation programs of companies who adhered to the differentiated levels of corporate governance of the São Paulo Stock Exchange Filosofia e modelo dos programas de remuneração das empresas que aderiram aos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eduardo de Camargo Oliva

      2006-06-01

      Full Text Available The philosophy and models of the System of Compensation of administrators were analyzed to verify the degree of agreement with the good practice of corporate governance structure. The structure of corporate governance is made up of the Chairman of the Board of Directors, council members, CEO and the executive board. Literature reviewed disclosed only isolated aspects of governance and remuneration without any integrated format. Exploratory and descriptive methods were used for documentary research and field survey at the companies who had adhered to the differentiated levels of corporate governance of the São Paulo Stock Exchange (level 1, level 2 and new market. Conclusions showed that remuneration of the council member was reasonable without considering the variable component found in executive board. The organizations used short term indicators for the remuneration system and were already formalizing procedures. However, greater internal as well as external transparency is required to make these procedures more public.O objetivo deste artigo foi identificar, descrever e analisar a filosofia e os modelos do Sistema de Remuneração de administradores e verificar se estavam alinhados com as boas práticas da estrutura de Governança Corporativa. Compõem a estrutura de governança corporativa o Presidente do Conselho de Administração, os conselheiros, o Chief Executive Officer (CEO e a diretoria executiva. Na revisão da literatura constatatou-se a existência de obras que estudaram aspectos de governança e de remuneração separadamente, e não de forma conjunta e integrada. Para a realização da pesquisa¹ documental e do levantamento de campo foram utilizados os métodos exploratório e descritivo junto às empresas que aderiram aos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa (nível 1, nível 2 e novo mercado. Como principais conclusões, pôde-se verificar que a remuneração do conselheiro é módica, n

    14. A contribuição de Abraham Joshua Heschel para Filosofia das Ciências (The contribution of Abraham Joshua Heschel to Philosophy of Science - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2011v9n21p321

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Renato Somberg Pfeffer

      2011-06-01

      Full Text Available Resumo O presente artigo defende que a ciência moderna não é a única ou a melhor forma de explicação possível da realidade.  A religião, especificamente, pode ser uma protagonista na construção de um novo paradigma de conhecimento em uma sociedade secularizada. A filosofia de Heschel busca na tradição judaica uma luz para o homem moderno. Esta tradição afirma que o mundo descansa sobre três pilares: estudar para participar da sabedoria divina, cultuar o criador e ter compaixão pelo nosso próximo. Nossa civilização subverteu esses pilares fazendo do estudo uma forma de alcançar o poder, da caridade um instrumento de relações públicas e do culto uma forma de adorar nosso próprio ego. Esta crise extrema exige uma reorientação radical: estudo, culto e caridade são fins, não meios. Os insights de Heschel podem ser fundamentais para compreensão da condição humana em sua historicidade e do mundo como lugar de realização da humanidade. Palavras chave: Heschel; ciência; religião.   Abstract The article argues that modern science is not the only or best explanation of reality. Religion, specifically, can be a protagonist in the construction of a new paradigm of knowledge in a secularized society. The philosophy of Heschel seeks guidance in Jewish tradition for the modern man. This tradition states that the world rests on three pillars: to study in order to participate in the divine wisdom; to worship the creator; and to have compassion for our neighbor. The philosopher states that our civilization has subverted these pillars making the study a way to achieve power, charity a public relations tool and cult a form of worshipping our own ego. This extreme crisis requires a radical reorientation: study, worship and charity are ends, not means. The insights of Heschel may be fundamental to understand the human condition in its historicity and the world as a place of humanity's fulfillment. Keywords: Heschel; science

    15. A formação na graduação dos profissionais de saúde e a educação para o cuidado de pacientes fora de recursos terapêuticos de cura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Vera Anita Bifulco

      Full Text Available Este estudo trata de algumas questões fundamentais relacionadas com a filosofia dos Cuidados Paliativos (CP e propõe uma educação dos alunos de graduação por meio de cursos de CP com o objetivo de criar uma atitude humanitária nos futuros profissionais em relação àquele que está morrendo. A esperança está na intervenção sobre a formação dos profissionais da saúde, na reformulação curricular que contemple esta visão antropológica, para além da formação tecnocientífica necessária, e na implementação da filosofia de CP. Buscaram-se na literatura discussões sobre a formação destes profissionais e o cuidado do paciente fora de recursos de cura, porém não fora de recursos sintomáticos. A metodologia adotada combina revisão da literatura nacional e internacional com pesquisa empírica, por meio da aplicação de questionário a uma equipe multiprofissional, atuante em CP numa instituição de ensino. O estudo foi desenvolvido com abordagem qualitativa. Desvelou-se na área da saúde a necessidade de capacitar os profissionais de saúde a enfrentarem o cuidado destes pacientes por meio de uma educação continuada, fundamentada no conhecimento do processo de morte e morrer.

    16. Intuição, pensamento e ação na clínica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Beatriz Lisboa Guimarães

      2005-08-01

      Full Text Available O presente trabalho constitui um estudo de natureza teórico-conceitual, com dois eixos de narrativa: um no campo da filosofia, e outro no plano da análise da sociologia do conhecimento ou da cultura, que se deu, neste caso, na instância do discurso da clínica. Pretende-se contribuir para a análise da questão da diagnose, da terapêutica e do cuidado na cultura ocidental contemporânea. O objetivo específico foi trabalhar com a categoria da intuição como elemento básico do conhecimento da prática clínica, pela análise do processo que se manifesta em terapeutas e pacientes. Servimo-nos do Método Intuitivo proposto por Henri Bergson, visando colocar os limites de um pensamento estritamente racional e propondo a transposição deste método para a instância da clínica. A intuição foi tratada neste estudo como uma forma sintética de percepção/pensamento, na qual a realidade é apreendida por meio de uma consciência imediata, pautada na sensibilidade.

    17. INFLUÊNCIA DOS STAKEHOLDERS NA ADOÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MARKETING VERDE

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Benny Kramer Costa

      2012-01-01

      Full Text Available Este artigo tem como objetivo conhecer de que forma os stakeholders influenciam na adoção de estratégias de marketing verde sob a ótica da empresa Alfa, uma indústria moveleira situada no Rio Grande do Norte, Brasil. A metodologia utilizada teve uma abordagem qualitativa e utiliza o método do estudo de caso exploratóriodescritivo como modelo formal e sistemático do estudo científico. Segue as proposições teórico-conceituais de Polonsky (1995, Michell, Angle e Wood (1997 e Frooman (1999 como referências básicas que identifica e avalia o grau de importância dos stakeholders relevantes, mostra suas expectativas e necessidades e descreve as táticas utilizadas pelas empresas para a implantação de estratégias de marketing verde. O estudo descreve a realidade de uma indústria moveleira do Rio Grande do Norte, Brasil e mostra sua filosofia e contexto; identifica os stakeholders presentes, analisa o grau de importância de cada grupo relevante e mostra suas necessidades e expectativas e por fim, constata as mudanças ocorridas na organização na implantação de estratégias de marketing verde. A partir dos resultados obtidos conclui que os stakeholders são levados em consideração na adoção de estratégias de marketing verde, mesmo a empresa não possuindo a devida percepção estratégica necessária para avançar na adoção da filosofia do marketing verde. Este estudo de caso explora conhecimentos que podem ser apropriados e adequados por empresas de pequeno porte que atuem nesse segmento-tendência estratégico do marketing verde.

    18. A NOÇÃO DE ANGÚSTIA NA PRÁTICA CLÍNICA: APROXIMAÇÕES ENTRE O PENSAMENTO DE KIERKEGAARD E A GESTALT-TERAPIA

      OpenAIRE

      Manuela Bogéa Peres

      2013-01-01

      O artigo visa estabelecer relações entre o pensamento de Sören Kierkegaard e a Gestalt-Terapia, partindo da noção de angústia, aqui entendida como um fenômeno essencialmente humano e que revela o sujeito na sua relação com o mundo. A Gestalt-Terapia possui uma visão de homem compatível com as Filosofias da Existência e tem entre seus postulados a proposta de um retorno ao vivido, sendo uma abordagem na qual a questão da angústia pode ser compreendida em sua complexidade, a partir de uma visão...

    19. Padrão arquitetônico e representação social na paisagem de Beira-mar de Balnecário Camboriú/SC

      OpenAIRE

      Danielski, Marcelo

      2009-01-01

      Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Geografia, Florianópolis, 2009 Este trabalho pretende ser uma reflexão sobre as transformações na paisagem, decorrentes dos novos padrões arquitetônicos e urbanísticos que vêm sendo implantados na cidade litorânea de Balneário Camboriú/ SC, principalmente após a década de 1990. Localizada a 92 km de Florianópolis, Balneário Camboriú desenvolve-se como local ...

    20. Os elos entre a filosofia e a educação no pensamento de Theodor W. Adorno The links between philosophy and education in Theodor W. Adorno's thoughts

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Pedro Angelo Pagni

      2012-12-01

      Full Text Available Este artigo aborda as relações entre a filosofia e a educação no pensamento de Theodor Adorno. A partir da reflexão elaborada pelo frankfurtiano acerca da relação entre teoria e práxis, procuramos compreender o papel político conferido às suas concepções de filosofia e de formação humana e discutir os seus limites e possibilidades no presente. Para tanto, elegemos como objeto de análise as conferências pronunciadas pelo autor e os artigos que escreveu sobre o assunto, entre 1959 e 1969, com o objetivo de recuperar os possíveis nexos teóricos entre filosofia e educação em sua obra e o significado que seu pensamento crítico e sua concepção de educação política assumiram nesse contexto; e de discutir sua eventual atualidade. Pretendemos, assim, reconstituir a reflexão de Adorno sobre o tema, compreendendo o seu significado em seu projeto filosófico, de modo a vislumbrar a face filosófica educacional de seu pensamento crítico.This article discusses the relationship between philosophy and education in Theodor Adorno's ideas. From the reflection about the relation between theory and praxis in his thoughts, we seek to understand the political role within his conceptions of philosophy and human formation and discuss limits and possibilities in the present. To this end, we selected for our object of analysis the conferences given by the author and articles he wrote on the subject, between 1959 and 1969, so as to recover the possible nexus between philosophy and theoretical education in his work, the meaning that his critical thinking and his conception of political education has taken in this context and to discuss how relevant this is nowadays. We therefore intend to reconstitute Adorno's reflection on the topicand understand its meaning in his philosophical project in order to see the educational philosophical aspect in his critical thinking.

    1. Sobre o gênio na estética de Schopenhauer

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Lúcia Cacciola

      2012-08-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2012v11nesp1p31Minha comunicação pretende apresentar um estudo da figura do gênio em Schopenhauer. A preocupação fundamental será a questão da especificidade da obra de arte em Schopenhauer como modo de conhecimento, a saber, “como metafísica do belo”. Nessa via analisaremos a característica própria do gênio em Schopenhauer, buscando estabelecer suas referências ao gênio em Kant, e questionando as afinidades e contrastes entre ambas as concepções. Trata-se de inquirir, por meio da filosofia da arte de Schopenhauer, se o gênio, na concepção pós-kantiana, guarda as mesmas características que as que lhe foram atribuídas por Kant na terceira Crítica. A intenção é a de pesquisar o alcance dessa questão diante da acusação de uma volta de Schopenhauer a uma posição pré-crítica.

    2. O bibliógrafo: a experiência na Unicamp

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Liane Maria Bertucci Bertucci

      2001-01-01

      Full Text Available Relatando o processo de escolha de um profissional para atuar como bibliógrafo (bibliographer na Biblioteca do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP, o texto discute aspectos do trabalho deste profissional na avaliação e manutenção do acervo da biblioteca, realizando a seleção dos materiais doados, indicando títulos para novas aquisições, solicitando doações para a Biblioteca e elaborando projetos que podem resultar em compra de livros e outros materiais ou em verba para cuidados especiais com o patrimônio da BIBIFCH. relatando el proceso de elección de un profesional para actuar como bibliógrafo (bibliographer en la Biblioteca del Instituto de Filosofía y Ciencias Humanas de la Universidad Estadual de Campinas – UNICAMP, el texto discute aspectos del trabajo de este profesional en la evaluación y mantenimiento del acervo de la biblioteca, realizando la selección de los materiales donados, indicando títulos para nuevas adquisiciones, solicitando donaciones para la biblioteca y elaborando proyectos que pueden resultar en la compra de libros y otros materiales o en recursos financieros para cuidados especialies relativos al patrimonio de la BIBIFCH.

    3. La filosofia de la noviolencia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Santiago Borda M

      2004-11-01

      Full Text Available Este artículo sintetiza el itinerario vital de Joseph Jean Lanza del Vasto y su Obra filosófico-teológica sobre testimoniales y proféticos aspectos relacionados con el t6pico de Ia Noviolencia activa. Este pensador trata de realizar una contribución praxiológica a nuestros problemas continentales, nacionales y regionales, pues estuvo en siete ocasiones en Latinoamérica (Argentina, Chile, Peru y Colombia, durante un lapso de 30 anos. Uno de los frutos de su acci6n fue Adolfo Perez-Esquivel, arquitecto y escultor argentino galardonado con el Premia Nobel de Ia Paz (1980. La Obra 'lanciana' actualmente continua implementada en un Proyecto Integral de Vida en Argentina, Brasil y Ecuador, en grupos de Autogesti6n con los cuales interactua el autor de este articulo, como Aliado del Movimiento lnternacional Noviolento del ARCA, mostrando la Noviolencia cual practica revolucionaria aplicable a todas las esferas de Ia actividad humana.

    4. Filosofia com a defensa personal

      OpenAIRE

      2007-01-01

      Com que la trajectòria vital i professional de cadascú està condicionada per moltíssimes circumstàncies, atzaroses la majoria, n’exposaré algunes que han emmarcat la meva trajectòria intel·lectual i que poden ajudar a entendre-la

    5. O impacto do programa 5S na implantação e manutenção de sistemas da qualidade

      OpenAIRE

      Andrade, Paulo Hyder da Silva

      2002-01-01

      Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. A dissertação parte do objetivo em desenvolver e implantar uma metodologia que determine a contribuição do Programa 5S na implantação ou manutenção de Sistemas de Qualidade nas empresas. Nesta perspectiva, o trabalho tem a fundamentação teórica sobre organizações, conceitos de qualidade, sistemas de produção, sistemas de qualidade, princípios e filosofia...

    6. O impacto do programa 5S na implantação e manutenção de sistemas da qualidade

      OpenAIRE

      Andrade, Paulo Hyder da Silva

      2002-01-01

      Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. A dissertação parte do objetivo em desenvolver e implantar uma metodologia que determine a contribuição do Programa 5S na implantação ou manutenção de Sistemas de Qualidade nas empresas. Nesta perspectiva, o trabalho tem a fundamentação teórica sobre organizações, conceitos de qualidade, sistemas de produção, sistemas de qualidade, princípios e filosofia...

    7. Uma Discussão sobre o Ideal de Amor Romântico na Contemporaneidade – do Romantismo aos padrões da Cultura de Massa

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Thereza Toledo

      2013-06-01

      Full Text Available O presente artigo tem como objetivo discutir do ideal de amor romântico e as controvérsias entre este modelo e a vida afetiva contemporânea. O caminho percorrido aborda a diferença entre Romantismo e Ideal de amor romântico, destacando a importância da filosofia de Rousseau na origem deste ideal de amor.  O amor também é discutido como um padrão veiculado pela cultura de massa, onde são expostas as ideias de autores críticos sobre a vigência deste ideal como prioritário, visando assinalar a construção histórica que, como tal, pode ser desalojada, dando lugar ao convívio com a diversidade de ideais.

    8. Angelite: Paziteli na vhoda

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Gerov Georgi

      2009-01-01

      Full Text Available (bugarski Statijata prosledjava ikonografskata evoljucija na izobraženijata na arhangelite Mihail i Gavriil, pomesteni pri vhoda na pravoslavnija hram. Povraten moment v neja e 13 vek. Togava arhangel Mihail započva da se izobrazjava kato voin. S tova apotropejnite mu funkcii namirat adekvaten vizualen izraz. K'm kraja na stoletieto arhangel Gavriil započva da se izobrazjava kato pisar - ikonografija, kojato šče b'de dorazvita i utv'rdena prez 14 vek. Prez postvizantijskata epoha v obraza na Mihail se pojavjavat elementi, koito akcentirat v'rhu roljata mu na psihopomp.

    9. Um percurso pela Filosofia Prática e História das Ciências sobre a constituição dos zoológicos como espaços de lazer e de musealização científica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alan Curcino Pedreira da Silva

      2015-08-01

      Full Text Available Este artigo trata da constituição dos zoológicos como espaços delazer e de musealização científica, utilizando-se, como recurso metodológico, um percurso por entre os campos da Filosofia Prática e da História das Ciências. Parte da origem e evolução da relação entre o homem e os demais animais, sob dimensões culturais, ético-políticas e de direitos dos animais, para descrever a história da formação dos zoológicos numa perspectiva mundial. Dos primeiros zoológicos da antiguidade aos zoológicos contemporâneos, a compreensão e as práticas dos zoológicos como museus de ciência são determinadas através do reconhecimento dos zoológicos como espaços privilegiados de poder e educação ao longo da história. Na atualidade, destaca-se a dimensão conservacionista dos zoológicos aliada à utilização do desenvolvimento da ciência e da tecnologia em prol da popularização de conhecimentos advindos destes espaços, como espaços de (informação e lazer. Conclui que as implicações culturais, ético-políticas e de direitos dos animais atuais exigem novos caminhos e discussões em face das ações relacionadas aos zoológicos e suas novas concepções no século XXI para além de zoológicos de animais, includentes de possibilidades para vida humana, vida artificial e alienígena.

    10. Por que gosto de Benveniste?: (um ensaio sobre a singularidade do homem na língua

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Flores, Valdir do Nascimento

      2004-01-01

      Full Text Available Objetiva-se, com este texto, apresentar argumentos que permitam ver no conjunto da obra de Émile Benveniste elementos que integram um sistema de pensamento. Tal sistema de pensamento está na dependência de uma rede complexa de relações que constituem a noção de língua na obra do autor. Percebe-se, na amplitude de sua obra, diferentes interesses: (a pelos diferentes enfoques da língua em seus aspectos gerais, enunciativos, comparatistas, entre outros; (b pelas estruturas lingüísticas - sintáticas, fonológicas, morfológicas-; (c pela língua em relação com a antropologia, a cultura, a psicanálise, a filosofia, etc. Assim, defende-se a hipótese de que todos esses trabalhos - que dão lugar a tantas abordagens - têm em comum o fato de estarem ancorados em concepções com amplitude suficiente para fundamentar a perspectiva de uma interdisciplinaridade que pode ser, em última instância, calcada na idéia de língua. Em suma, busca-se lançar as bases de uma pesquisa que objetiva derivar um conceito de língua que permita abordar o que, neste momento, será nomeado com a singularidade do repetível na sua relação com o sintoma na linguagem

    11. Niilismo, Ressentimento e Patologia: A Filosofia de Schopenhauer como Sintoma da Decadência Cultural Europeia Segunda a Crítica de Friedrich Nietzsche

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eli Vagner Rodrigues

      2017-02-01

      Full Text Available Pretende-se neste artigo abordar o problema da relação entre o ressentimento e a formação dos juízos morais presentes na obra de Schopenhauer a partir de uma perspectiva crítica proposta por Nietzsche que tem suas bases na constatação de que existe na ética ocidental um enfraquecimento das posturas afirmativas da vida como resultado de uma decadência fisiopatológica que influencia a ordem dos juízos morais sobre a existência humana. A ética niilista de Schopenhauer seria um exemplo de uma desagregação dos instintos afirmativos vitais configurando-se por isso como uma moral da fraqueza e, consequentemente um sintoma da decadência cultural europeia.

    12. Kant, Hegel, Foucault e a desrazão na história: o cânone filosófico de História da Loucura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Tomás Prado

      2014-08-01

      Full Text Available Este artigo propõe relacionar as filosofias da história de Kant e de Hegel às bases do pensamento de Foucault, em História da loucura na idade clássica. Buscamos reconhecer, não indícios de uma história cosmopolita ou universal, mas em que medida o pensamento crítico e a filosofia como ciência das essências puras comparecem na inteligibilidade histórica de Foucault. A reunião de uma diversidade de experiências sob o conceito de desatino (déraison, desrazão, fio condutor da obra, sugere uma proximidade com a tradição. Por outro lado, a falta de um critério intrínseco, o qual justifique a referência de tal multiplicidade à alcunha da loucura, faz com que o fio condutor se restrinja a um aspecto negativo e que, positivamente, Foucault estabeleça para seu trabalho um primado empírico, na forma de uma constelação de imagens. O procedimento de História da loucura, que, junto ao interesse pela desrazão, inaugura o privilégio dado pelo filósofo francês à análise das descontinuidades nos leva a reconhecer a razão com base nos casos que solapam aos seus limites, às essências por ela própria discernidas, e com base nas práticas por ela promovidas e justificadas.

    13. O historiador Max Weber: indologia e historicismo na obra weberiana

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Arilson Silva de Oliveira

      2010-06-01

      Full Text Available Max Weber apropriou-se das exigências metodológicas do historicismo alemão contra toda filosofia iluminista natural e toda filosofia idealista da história. Ele as depurou no intuito de evitar as conclusões do romantismo e os desvios psicologistas do neo-historicismo. Aqui, observamos como ele muniu-se de um método particular, resgatou a racionalidade e a utilizou como parâmetro para compreender historicamente a sociedade indiana frente ao historicismo desencantado de sua época.

    14. La evaluación en Filosofia: aspectos didácticos y políticos Avaliação em Filosofia: aspectos didáticos e políticos Evaluation in Philosophy, teaching and political issues

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alejandro Cerletti

      2012-12-01

      resolve com a sustentação de um vínculo cultural (difusão das tradições, dos costumes, das práticas sociais ou dos saberes estabelecidos, mas também, e fundamentalmente, político (enquanto garantia do laço social constituído. A avaliação é um procedimento de normalização que engloba prescrições políticas, culturais e pedagógicas. Constitui uma forma de localizar cada um dentro de uma ordem normal de distribuição de lugares a partir da ponderação dos saberes e das práticas e de administrar as possíveis trocas de lugar. Neste trabalho, foram revisadas as hipóteses políticas e pedagógicas que sustentam o ato de evolução no caso particular do ensino institucionalizado da Filosofia. São comentadas algumas perspectivas que permitem visualizar uma dimensão criativa do ensino de Filosofia e sua avaliação, que atribuem um lugar ativo aos sujeitos da aprendizagem, tanto de um ponto de vista individual quanto coletivo.Each institutionalized education reaffirms the conception of State and place that corresponds or can correspond to each member of a society. The progressive integration of the members since their childhood is made according to a set of requisites and norms, which are dominant, and try to guarantee what needs to be maintained or changed, permissively or tolerantly. The possibility of society's reproduction is spread through the social support of a cultural link (in such traditions, habits and established practices' dissemination or knowledge but also and essentially political (as a social consolidated link. Evaluation is a procedure of normalization that combines political, cultural and educational prescriptions. It is a way of putting each of them in a normal sequence of distribution points regarding places, based on the weighting of knowledge and practices, and management of any changes of place. In this article, we analyze the political and pedagogical assumptions that usually secure the act of assessment, in the case of the

    15. Efektite na prostaciklin vo tretmanot na dijabeticnata nefropatija kaj staorci

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jasmina Trojacanec

      2006-06-01

      Full Text Available Mikrovaskularnite komplikacii, a pred se dijabeticnata nefropatija, se edni od najteskite komplikacii na dijabetot, od koi vo golema mera zavisi i prognozata na dijabetot kaj ovie pacienti. Etiopatogenezata na ovaa komplikacija e multifaktorijalna i za sega se uste ne kompletno rasvetlena, a vklucuva morfoloski, patolosko-anatomski i biohemiski metabolni narusuvanja. Se smeta deka narusuvanjeto na modularnata funkcija na endoteliumot moze da bide kriticen i inicijalen faktor vo razvojot na dijabeticnite vaskularni komplikacii. Vrz osnova na farmakodinamskite efekti koi sto gi poseduva prostaciklinot (PGI2 i negovite analozi, se smeta deka istite moze da bidat korisni vo tretmanot na dijabeti~nata nefropatija. Osnovna cel na ovaa studija be{e da se procenat efektite na prostaciklin (PGI2 vo tretmanot na dijabeticnata nefropatija, eksperimentalno predizvikana so streptozocin. Kaj normotenzivni staorci od sojot Wistar, eksperimentalno bese induciran najprvin dijabet so ednokratna i.p. administracija na streptozocin (STZ, a kako komplikacija na dijabetot i jasni znaci i simptomi na dijabeticna nefropatija (proteinurija, zgolemeno serumsko nivo na urea i kreatinin, poliurija, zgolemena aktivnost na NAG vo mockata. Tretman so prostaciklin (p.o. vo doza od 0.1 mg/kg /t.t./den, vo tekot na 4 nedeli, dovede do signifikantno namaluvanje na simptomite i znacite na bubreznite ostetuvanja, vo odnos na grupata zivotni koi ne primaa prostaciklin. Vrz osnova na dobienite rezultati moze da se zakluci deka prostaciklinot moze da ima znacajna uloga vo tretmanot na dijabeticnata nefropatija, eksperimentalno inducirana so streptozocin.

    16. Sobre o domínio da natureza na filosofia da história de Theodor W. Adorno: uma questão para a educação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jaison José Bassani

      2011-01-01

      Full Text Available Tomando en cuenta de manera fundamental el ensayo "La idea de historia natural" y el desarrollo de algunas se sus cuestiones en Dialéctica de la Ilustración, pero también en otros trabajos que componen el mismo proyecto crítico, el presente texto se dedica al tema de la relación entre Historia y Naturaleza en Theodor W. Adorno. Para tanto, procura mostrar como el autor, en su tenso diálogo con la tradición dialéctica, critica los dos conceptos en su carácter aparentemente antitético, para así presentar un nuevo concepto para segunda naturaleza. Al final, muestra el encuentro entre segunda naturaleza - como catástrofe -, técnica y educación, movimiento que propone en nueva clave la asertiva adorniana de que Auschwitz no se repita.

    17. A unidade entre o ser e o pensar na Ciência da Lógica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Tomás Farcic Menk

      2017-02-01

      Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar uma relação básica sobre a qual a Ciência da Lógica está fundamentada, a saber, a unidade entre o ser e o pensar. Hegel afirma, ainda na introdução a obra, que a filosofia deve ter início sem nenhuma pressuposição prévia e, portanto, partir do puro ser totalmente indeterminado. Porém, sendo a lógica a ciência do pensar sobre o pensar, este ser inicial nada mais é do que a primeira posição do pensar e, assim sendo, este puro ser também é um puro pensar, totalmente indeterminado. Desta forma, se tem uma unidade entre ser e pensar, e esta unidade é que será desenvolvida através dos momentos da Ciência da Lógica. Porém, ela não permanece imutável ou inalterada, como Hegel acusa a antiga metafísica, identificada na figura de Descartes, Leibniz e Wolff. Muito antes, ela é mediatizada pelo entendimento, que separa estas duas instâncias e as relaciona. Ao se relacionarem, elas se descobrem como idênticas e surge novamente uma identidade, mas agora não indiferenciada, mas que se conhece e que se sabe como unidade, pois se elevou da certeza à verdade. Por fim, utilizaremos esta leitura de Hegel para contrapor a interpretação de Pippin, tal como expressa na obra Hegels Idealism.

    18. Epistemologia social e cultura digital: reflexões em torno das formas de escritas na web

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Regina Maria Marteleto

      2015-12-01

      Full Text Available O artigo apresenta alguns eixos teóricos e metodológicos a fim de refletir sobre a produção, mediação e apropriação de conhecimentos e a configuração de dispositivos de informação e comunicação na web, no contexto de uma ‘cultura digital’. Para tanto recupera a ideia de epistemologia social, cunhada por dois fundadores do campo de estudos da informação, J. Shera e M. Egan, atualizada por autores das áreaa da informação e da filosofia, com o propósito de refletir sobre como as formas epistêmicas estão relacionadas às práticas sociais e institucionais. Considerou-se esse um caminho promissor para explorar e compreender os modos de ser dos espaços digitais e suas mídias. Por fim, exploram-se alguns estudos da linha francesa das Ciências da Informação e Comunicação, mais especificamente os conceitos, de dispositivo infocomunicacional; cultura digital; texto; hipertexto e arquitexto, a fim de refletir sobre as formas estruturais das escritas e leituras na web. Se a epistemologia social orienta um programa de estudos sobre as questões de acesso, produção e apropriação de conhecimentos, as pesquisas sobre as formas de escrita indica caminhos teórico-práticos para entender e praticas as escritas na web.

    19. A serendipidade na medicina e na anestesiologia

      OpenAIRE

      Vale,Nilton Bezerra do; Delfino,José; Vale,Lúcio Flávio Bezerra do

      2005-01-01

      JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Neste trabalho foram examinados mais de uma centena dos mais felizes acoplamentos de uma mente brilhante com a sorte benfazeja (serendipidade), através da releitura das mais relevantes histórias sobre invenções e descobertas relacionadas à ciência (n = 46), à Medicina (n = 46) e à Anestesiologia (n = 16). CONTEÚDO: Conceito de serendipidade; exemplos célebres de serendipidade em Ciência e Tecnologia; serendipidade na pesquisa e prática médicas; serendipidade na Anes...

    20. Fome, comida e bebida na música popular brasileira: um breve ensaio

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Francisco de Assis Guedes de Vasconcelos

      2015-09-01

      Full Text Available O artigo reflete sobre como as temáticas fome, consumo de refrigerantes e consumo de feijão com arroz são enfocadas na música popular brasileira. Investigamos os anos de ditadura militar (1964-1985. O foco da análise é a chamada canção de protesto, gênero musical caracterizado por críticas estético-cultural, político-ideológica e social aos governos militares. Tomando como referencial teórico os estudos de ideologia e filosofia da linguagem de Mikhail Bakhtin, evidenciamos que a canção de protesto retratou elementos dos contextos econômico, político e social, e propiciou a difusão de hábitos e ideologias alimentares saudáveis ou não saudáveis, contribuindo para a construção da identidade alimentar brasileira.

    1. Paixão e razão na economia política

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alexandre Queiroz Guimarães

      2013-12-01

      Full Text Available O artigo procura apresentar, por ângulos distintos, algumas relações existentes entre paixão, razão e economia. Recorre, com este intuito, ao lançamento e à evolução da problemática paixão-razão no seio da filosofia política moderna, desembocando, com Adam Smith, no "nascimento" da economia política. Percorre, então, o tratamento metodológico da ciência econômica, apontando o "modelo de homem" adotado e indicando as brechas para a introdução das paixões. Enfim, procura, com Tocqueville e Sérgio Buarque de Holanda, exemplificar "experiências concretas", reiterando a importância de alguns valores e paixões para o êxito do empreendimento capitalista. Conclui, sem negar a funcionalidade das abstrações e do modelo de homem utilizado, pela necessidade de descer às paixões, buscando, na "constituição dos indivíduos" de determinada sociedade, mais um fator relevante para o entendimento das trajetórias de desenvolvimento econômico.

    2. A pesquisa de intervenção na construção de competências conceituais

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maria Helena Fávero

      2012-03-01

      Full Text Available Defendemos a pesquisa de intervenção na interdisciplinaridade relacionando a psicologia, o conhecimento e o desenvolvimento de competências conceituais, através de três aspectos teórico-conceituais: a filosofia, a história da ciência e a epistemologia como fundamentos de uma concepção psicológica que evidencie o processo sociocultural da construção do conhecimento e a mediação da atividade humana, supondo um sujeito humano ativo, que constrói paradigmas pessoais, estabelecendo teórica e metodologicamente uma relação entre dados psicológicos e sociológicos e admitindo, através da construção ativa, a possibilidade de reconstrução pessoal, institucional e sociocultural. Entendemos a pesquisa de intervenção como uma reconstrução polissêmica que considera a dinâmica sociocognitiva e seus efeitos reguladores. Articulamos o grupo focal os atos da fala e a tomada de consciência, adotando um modelo de análise que leva em conta o processo de desenvolvimento da tomada de consciência dos sujeitos sobre seus próprios paradigmas e seus processos de regulação cognitiva na sua transformação.

    3. Os problemas epistemológicos da realidade, da compreensibilidade e da causalidade na teoria quântica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Bastos Filho Jenner Barretto

      2003-01-01

      Full Text Available No presente trabalho apresentamos uma discussão epistemológica sobre os problemas da Realidade, da Compreensibilidade e da Causalidade no contexto de algumas das questões suscitadas pela teoria quântica, discussão essa que se reflete também num combate à concepção positivista de ciência. Argumentamos em prol de uma maior aproximação entre a epistemologia complexa de Bachelard, a filosofia popperiana do racionalismo crítico e a concepção lakatosiana de programas científicos de pesquisa. Argumentamos, outrossim, em prol de ambas: da necessidade de se levar mais a sério a complexidade do diálogo teoria/experimento e da cautela redobrada em relação à idéia de 'experimentos cruciais' notadamente quando esses são lidos tanto na ótica do positivismo quanto na do realismo ingênuo.

    4. Espinosa e a radicalização ética na educação pública

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernando Bonadia de Oliveira

      2012-03-01

      Full Text Available Este trabalho pretende dialogar com um capítulo do livro Transgressões convergentes, assinado por João Wanderlei Geraldi, Maria Benites e Bernd Fichtner. O problema central abordado neste texto é a "radicalização ética na educação pública". O mencionado capítulo, a certa altura, recupera três exemplos de ações educativas inovadoras que dão aos educandos o "direito de aprender a ser um ser humano" e formam o "compromisso pessoal com o futuro". Tendo sido o filósofo holandês moderno Bento de Espinosa (1632-1677 evocado para esclarecer com exatidão de que forma tais exemplos se implementam como prática social, o principal objetivo deste artigo é mostrar como as ideias do texto supracitado estão, de fato, associadas à filosofia espinosana e evidenciar como Espinosa pode contribuir ainda mais para uma radicalização ética na educação pública, à qual dever-se-ia acrescentar, conforme argumenta-se aqui, mais duas propriedades: democrática e laica.

    5. A morte na fé cristã: uma leitura interdisciplinar = Death in the Christian faith: an interdisciplinary reading

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Brustolin, Leomar Antônio

      2013-01-01

      Full Text Available O artigo reflete sobre a morte, partindo de uma interdisciplinaridade entre Filosofia, Psicologia e Teologia. Recentemente, a Teologia tem procurado desenvolver estudos que reflitam mais a relação entre vida e morte e não apenas entre morte e além. No diálogo com outras áreas do conhecimento, busca estudar os diferentes enfoques de uma mesma realidade, integrando a abordagem no horizonte da fé cristã. Após tratar da realidade atual da morte e do morrer, são analisadas diferentes interpretações sobre a morte e o medo que ela pode significar. Finalmente, descreve-se a noção de morte no Cristianismo, concentrando-se na Sagrada Escritura e na Tradição, no intuito de recuperar os elementos que permitam aos cristãos reintegrarem o sentido de morrer ao viver

    6. Bolonja na hrvatski način

      OpenAIRE

      Krstović, Jasna

      2009-01-01

      Iako je osnovna značajka obrazovnog sustava Republike Hrvatske horizontalna i okomita protočnost, ova se značajka još uvijek ne odnosi na obrazovanje odgajatelja. No u posljednje vrijeme događaju se pomaci i kvalitativne promjene koje su zahvatile i sustav obrazovanja hrvatskih odgajatelja.

    7. Ações afirmativas na Educação Superior: o que acadêmicos brasileiros podem aprender da experiência americana = Affirmative action in Higher Education: what Brazilian academics can learn from the American experience

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Somers, Patricia

      2009-01-01

      Full Text Available Este artigo discute a história das ações afirmativas na educação dos Estados Unidos, da filosofia das ações afirmativas e do mérito do discurso para a educação, bem como reflete sobre a experiência americana. Refere-se, também, ao acesso à Educação Superior de jovens provenientes de classes minoritárias, brasileira e americana, examinado a importância da conexão da educação e da qualidade de vida. Chama atenção, ainda, para as relações que podem ser feitas pela educação brasileira, considerando a experiência americana

    8. Afeição e filosofia primeira: relação entre fenomenologia e ciências da vida

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Florinda Martins

      2015-12-01

      Full Text Available Resumo: Neste trabalho defendo a tese de que o acesso à fenomenalidade dos fenômenos, e mesmo o acesso a eles próprios, é possível apenas em registo de copropriedade de vida: afeição vida-vivo. Mostro as implicações desta tese numa teoria da cultura, especificando a cultura das relações entre fenomenologia e ciências da saúde. Interrogo a possibilidade de se julgarem os corpos na fenomenalidade da afeição e, com o juízo dos corpos, serem julgadas as nossas dores e doenças. Inscrevo estas questões na continuidade do trabalho iniciado por Michel Henry no que respeita às fundações da interdisciplinaridade, nomeadamente, entre fenomenologia e clínica. Alinho-as com uma tradição filosófico-científica com raízes no quase contemporâneo de Descartes, Francisco Sanches, para, de Descartes, retomar as hesitações e os questionamentos que ele mesmo introduziu no seu corpus filosófico: dependência do espírito da disposição dos órgãos. Ao retomar esse esquecido pensamento de Francisco Sanches e de Descartes interrogo o lugar da fenomenalidade da afeição na interlocução dos saberes filosófico-científicos.

    9. Autorreflexão e autonomia do pensar como pressupostos teóricos e metodológicos do Ensino de Filosofia: análise a partir da teoria crítica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Delcio Junkes

      2015-01-01

      Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644415908A questão-problema central que esse artigo apresenta tem a ver com a análise crítica que os autores da Teoria Crítica, particularmente Adorno e Horkheimer, estabelecem entre o projeto de esclarecimento e os limites da emancipação do indivíduo. A partir dessa abordagem teórica procura-se mostrar se é possível pensar num projeto emancipatório no contexto da sociedade capitalista hodierna.  Por um lado, busca-se problematizar a contradição: o esclarecimento como promessa de uma sociedade melhor e aquilo que ele, de fato, se tornou: uma razão totalitária. Por outro lado, procura-se entender, a partir do posicionamento dos autores, se frente ao pretenso projeto de esclarecimento, a filosofia e a educação teriam um poder de resistência em relação ao rumo caótico que o processo civilizatório tomou.

    10. At NA2

      CERN Multimedia

      1977-01-01

      One of the NA2 calorimeter sections is moved in. The NA2 calorimeter was divided in two halves, to the left and the right of the beam, each half consisting of sheets of passive high Z material interleaved with blades of plastic scintillators. The photo shows on the right, the upstream 'electron' module with eleven lead plates for a total radiation length of 20.

    11. A virtude na democracia de Tocqueville

      OpenAIRE

      Vieira, Daniel de Lima

      2014-01-01

      Os últimos trinta anos testemunharam um renovado interesse no pensamento cívico-republicano no interior da filosofia política ocidental. As contribuições das ideias republicanas são especialmente evocadas como resposta ao debate entre liberais e comunitários que vem sendo travado nas últimas décadas. A noção de virtude bem reflete o pensamento político de Alexis de Tocqueville que, marcado por uma combinação de ideias republicanas, liberais e comunit...

    12. A Anatel como ferramenta republicana na internalização de normas internacionais

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Artur Coimbra de Oliveira

      2012-05-01

      Full Text Available O surgimento das agências reguladoras no Brasil – e a atividade regulatória desempenhada por elas – colaborou com um movimento histórico de deslocamento do centro de legitimação das políticas públicas setoriais do Poder Legislativo para o Poder Executivo. Isso foi acompanhado por uma maior abertura democrática das agências em seu processo de produção normativa. Entretanto, após o movimento de reforma do Estado dos anos 1990, uma parte das políticas parece ainda não ter encontrado no Poder Executivo meio suficiente de legitimação: as normas e pseudonormas setoriais produzidas no âmbito internacional. Afirma-se isso com base na filosofia republicana, que se afere estar na base das instituições do Estado moderno, e mediante a análise da regulação dos serviços de telecomunicações, a forma como esse setor regulamenta o seu relacionamento normativo com o ambiente internacional e como ele, de fato, ingere e deglute as normas administrativas internacionais. Como resultado, observa-se que o setor de telecomunicações dispõe de instituições republicanas de participação social em seus processos normativos que se aplicam, de maneira geral, à transposição de normas internacionais para o direito interno. No entanto, pode ser verificado que, em certos casos, a abordagem dessas normas pelo setor ainda retém incoerências, além de carecer de etapas que alinhem o processo de internalização à ideia neorrepublicana de democracia contestatória, deliberativa ou participativa.

    13. O bom filho a casa torna: Gobineau refugiado na hierarquia familiar

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Helga Gahyva

      2013-06-01

      Full Text Available Extensa bibliografia confere a Arthur de Gobineau lugar central no desenvolvimento da filosofia racialista. Ele teria conquistado tal posição em função da repercussão do Essai sur l'inégalité des races humaines (1853-1855. Constatamos, porém, que se trata de obra muito comentada, mas pouco estudada. Uma investigação sobre suas bases revela-nos que ele não chega a elaborar um conceito de raça que se separe do de linhagem. Seu esforço para a construção de uma noção de "raça-espécie" esbarra em sua incapacidade de se libertar da "raça-linhagem". A hipótese ganha consistência quando analisamos o tratado sobre as raças em diálogo com suas obras posteriores. Em Les plêiades, publicada em 1872, ele problematiza sua perspectiva racial por meio da tentativa de construção de uma hierarquia individual. Contudo, tanto o viés racial quanto o individual soçobram no seu pessimismo fatalista. Em sua última obra, Histoire de Ottar Jarl, publicada em 1879, ele procura combinar essas hierarquias - racial e individual. O livro é uma fantasia genealógica na qual ele se põe em linha direta de descendência com o deus Odin. Entregando-se à resignação, ele sintetiza na ficção de sua suposta ascendência a derradeira tentativa de fundar uma distinção no mundo moderno: a hierarquia familiar.

    14. ETAŽNA LASTNINA S POUDARKOM NA ZVEtL

      OpenAIRE

      Cvetko, Tadej

      2014-01-01

      Etažna lastnina je lastnina posameznega dela zgradbe in solastnina na skupnih delih, ki služijo vsem ali nekaterim posameznim delom zgradbe. Etažna lastnino na območju Republike Slovenije je uvedel Zakon o lastnini na delih stavbe kot odgovor na potrebo po hitri nacionalizaciji stanovanj in odrazu doslednega uvajanja osnovne ideje takratnega socialističnega duha t.j. družbene lastnine. Slovenija kot mlada demokratična država je ob tranziciji iz socialističnega v demokratični sistem poskušala ...

    15. A Náusea e a Psicologia Clínica: interações entre Literatura e Filosofia em Sartr

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Daniela Ribeiro Schneider

      2014-05-01

      Full Text Available O artigo aborda a relação entre as obras literárias e as obras filosóficas ou técnicas de Sartre. Um dos aspectos essenciais no conjunto da produção intelectual do existencialista foi a proposição de uma nova psicologia, concebida em outra ótica, que não os tradicionais modelo psicanalítico e empírico. “Psicanálise existencial” é a designação dada por Sartre ao método dessa psicologia, aplicado por ele em biografias de escritores famosos. Alguns de seus romances também foram concebidos no horizonte de sua psicanálise existencial, na medida em que realizam uma “radiografia psicológica” de seus personagens. As realizações nesse campo trazem contribuições consistentes para novas perspectivas para a psicologia clínica. È o caso do romance La Nausée, objeto principal de nossa análise, no qual realiza uma espécie de processo psicoterapêutico com seu principal personagem, Roquentin, trazendo importantes indicações de como deve ser uma clínica sartriana.

    16. Thinking technological and biological beings: Gilbert Simondon's philosophy of machines Pensando os seres tecnológicos e biológicos: a filosofia das máquinas de Gilbert Simondon

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Henning Schmidgen

      2005-12-01

      Full Text Available The article proposes an investigation of the contributions of G. Simondon in the studies of Science and Technology. Leaving the contributions of cybernetics behind, Simondon investigates the processes of individuation, development and evolution of technology. According to his philosophy of machines, technical objects are contextualized both synchronically and diachronically. In contrast with other theoretical approaches of this problem, we emphasize that the interest of this author lies in the energetic determinism that is manifested in and outside technical objects. At last, we point out the contributions of this theoretical approach to contemporary studies on the history of scientific experiments.Este trabalho tem como objetivo investigar as contribuições de G. Simondon para o campo de estudos de Ciência e Tecnologia. Distanciando-se das contribuições da cibernética, Simondon propõe investigar os processos de individuação, desenvolvimento e evolução da tecnologia. No enfoque da filosofia das máquinas proposto por esse autor, os objetos técnicos são contextualizados tanto sincrônica quanto diacronicamente. Destacamos que, diferentemente de outros enfoques teóricos a respeito deste tema, o interesse do autor centra-se no determinismo energético que se manifesta dentro e fora dos objetos técnicos. Desse modo, concluimos apontando as contribuições desse enfoque teórico para os estudos contemporâneos a respeito da história dos experimentos científicos.

    17. NAKUPOVANJE NA SPLETU

      OpenAIRE

      Visenjak, Monika

      2013-01-01

      Nakupovanje na spletu je prihodnost poslovanja. Za podjetja pomeni manjše stroške, lažje prilagajanje tržnim pogojem. Hitreje lahko razvijajo odnose in analizirajo uporabnike, saj jim je dan dostop o nakupnih podatkih uporabnika. Za potrošnike je nakupovanje na spletu možnost hitrega, preprostega in učinkovitega nakupovanja od doma ali pisarne. Pomembno je, da se seznanijo z vsemi informacijami in pogoji spletnih trgovin, saj se lahko le tako izognejo nezadovoljstvu ob nakupu v spletni trgovi...

    18. The normative claims of Brazil’s democratic ethos: bourdieu’s habitus, critical theory, and social philosophy = As exigências normativas do ethos democrático brasileiro: o habitus em Bourdieu, teoria crítica e filosofia social

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Oliveira Junior, Nythamar Hilario Fernandes de

      2011-01-01

      Full Text Available O artigo defende uma interlocução interdisciplinar entre teoria social e filosofia social, com o fito de reformular o problema da normatividade nas práticas sociais, especialmente no contexto de um ethos democrático brasileiro. Recorrendo a aportes de teoria crítica e de epistemologia social, o texto propõe-se a reexaminar a concepção de habitus de Bourdieu, de forma a contribuir para um construcionismo social mitigado que não pode ser reduzido a um discurso pós-moderno ou a uma versão de relativismo

    19. Movimento fenomenológico: controvérsias e perspectivas na pesquisa psicológica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Thiago Gomes de Castro

      Full Text Available A repercussão do movimento fenomenológico na história da psicologia pode ser notada pelas persistentes tentativas de transposição do caráter eidético da fenomenologia para a análise sistemática de empiria. Nesse sentido, o conceito de redução fenomenológica, descrito pelo filósofo Edmund Husserl (1859-1938 e operacionalizado para a pesquisa psicológica, foi retomado como meio para investigar as tentativas de transição entre filosofia e psicologia. A revisão inclui três modelos de transposição metodológica, a saber: psicologia empírico-fenomenológica, fenomenologia experimental e neurofenomenologia. O trabalho enfatiza as diferenças epistemológicas entre modelos hermenêuticos e naturais no trabalho com dados de primeira pessoa. Conclui-se que um aprofundamento das discussões sobre as influências da fenomenologia à ciência psicológica seria oportuno e viável através do estudo da história desta intersecção.

    20. Adaptação e simpatia: trajetórias críticas na clínica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Erika Alvarez Inforsato

      Full Text Available A partir de elementos conceituais relacionados à adaptação e à simpatia, tomados das proposições da filosofia e da literatura de Nietzsche, Deleuze e D.H. Lawrence, este escrito é um exercício crítico no campo problemático da clínica em interface com as artes. A narrativa de uma situação grupal coordenada em parceria com artistas e terapeutas ocupacionais é a imagem-motor que permite entrelaçar estas perspectivas e pensar os desafios lançados no cotidiano com populações sob condições de grave fragilidade e restrição de suas vidas - em função de questões decorrentes de deficiências física e/ou intelectual. Na relação com o sofrimento, a exclusão e a criação, a proposição deste escrito é a de pensar a clínica em trajetórias críticas, ao considerar a complexidade desses processos enquanto convocações: ações e reações que transitam entre enrijecimentos e porosidades, proximidades e distâncias, reiteração identitária e disponibilidade aos desvios.

    1. Adaptação e simpatia: trajetórias críticas na clínica

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Erika Alvarez Inforsato

      2011-09-01

      Full Text Available A partir de elementos conceituais relacionados à adaptação e à simpatia, tomados das proposições da filosofia e da literatura de Nietzsche, Deleuze e D.H. Lawrence, este escrito é um exercício crítico no campo problemático da clínica em interface com as artes. A narrativa de uma situação grupal coordenada em parceria com artistas e terapeutas ocupacionais é a imagem-motor que permite entrelaçar estas perspectivas e pensar os desafios lançados no cotidiano com populações sob condições de grave fragilidade e restrição de suas vidas - em função de questões decorrentes de deficiências física e/ou intelectual. Na relação com o sofrimento, a exclusão e a criação, a proposição deste escrito é a de pensar a clínica em trajetórias críticas, ao considerar a complexidade desses processos enquanto convocações: ações e reações que transitam entre enrijecimentos e porosidades, proximidades e distâncias, reiteração identitária e disponibilidade aos desvios.

    2. Riso na epilepsia

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Edymar Jardim

      1967-06-01

      Full Text Available São estudados três casos de síndrome convulsiva temporal, com manifestações concomitantes de riso na sua fase inicial. As características principais foram a imotivação e á incoercibilidade do riso. Esses sintomas desapareceram com o uso de anticonvulsivantes.

    3. The NA48 experiment

      CERN Multimedia

      1995-01-01

      The NA48 experiment is designed to study the Charge-Parity (CP) violation. CP violation is observed in certain very rare decays. Its study is important in understanding Nature's preference of matter over antimatter, which resulted in asymmetry soon after the Big Bang, creating a matter-dominated Universe.

    4. Biotecnologia na agricultura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Helaine Carrer

      2010-01-01

      Full Text Available A expectativa de o crescimento populacional atingir 9 bilhões de habitantes em 2050 em adição às questões da sustentabilidade e do aquecimento global nos desafiam a aumentar a oferta de alimentos. Uma metodologia alternativa que contribua para a redução do impacto desse cenário envolve a biotecnologia, que, nas últimas décadas, trouxe marcantes oportunidades tecnológicas na agricultura, resultando em relevante desenvolvimento na obtenção de novas variedades de plantas, na melhoria da qualidade de diversos alimentos e atualmente também na bioenergia. As técnicas biotecnológicas envolvendo os marcadores moleculares, a genômica e a transformação genética estão transformando a agricultura e são discutidas neste artigo.The expected population growth to reach 9 billion by 2050 in addition to issues of sustainability and global warming challenges us to increase the supply of food. An alternative approach to help reducing the impact of this scenario involves biotechnology which in recent decades has brought remarkable technological opportunities in the agriculture that resulted in relevant development in obtaining new plant varieties, improved quality of different foods, and now also in bioenergy. The biotechnology techniques involving molecular markers, genomics and genetic transformation are transforming agriculture and will be discussed in this article.

    5. A formação de hábitos e a origem das leis na VII conferência de Cambridge, de Ch. S. Peirce = The formation of habits and the origin of laws in the Cambridge conference VII, by Ch. S. Peirce

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Ibri, Ivo Assad

      2015-01-01

      Full Text Available O presente artigo reflete sobre os argumentos propostos por Charles Sanders Peirce em sua conhecida VII Conferência de Cambridge, proferida em 1898, sob o título “Hábito”, na qual justifica a sua posição acerca de como seria possível explicar a origem do universo através de uma filosofia de caráter genético. Essa explicação toma, no interior de seu complexo sistema arquitetônico de pensamento, a tendência à aquisição de hábitos como o princípio explicativo fulcral sobre a origem e a evolução das Leis da Natureza. Peirce adota tal princípio como aquele que sustentaria uma afinidade entre mente e matéria

    6. O JORNALISTA NA PESQUISA E NA ARTE

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Beatriz Marocco

      2013-06-01

      Full Text Available O jornalista tem sido objeto das artes e das ciências. Nesta incisão no tema do painel “Configurações e perspectivas da pesquisa em jornalismo no Brasil em diálogo com os estudos latinoamericanos em jornalismo”, realizado no Encontro Nacional da Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo/SBPJor (Curitiba, 10/11/2012, reconheci que o âmbito acadêmico projeta dois tipos de ação: em rede de pesquisadores de diferentes países e regiões do mundo, com participação de países da América Latina, na pesquisa colaborativa e em projetos de investigação com outras bases de colaboração. Ambas as modalidades dialogam com a produção do cinema e da literatura – que visibiliza a grande potência do profissional para tramas e tensões. 

    7. Discursos sobre a leitura na contemporaneidade: entre o texto-papel e o texto-tela Discourse about reading in contemporaneity: between paper-text and screen-text

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fernanda Correa Silveira Galli

      2012-06-01

      Full Text Available Ancorada na perspectiva teórica da Análise do Discurso, na interface com a Filosofia e as Ciências Sociais, meu propósito, neste artigo, é pensar a circulação dos discursos sobre a leitura na internet. O corpus analisado se constitui de alguns excertos de relatos escritos por alunos de três cursos de graduação do Ensino Superior (Ciências Biológicas, Matemática, Pedagogia, os quais colocam em evidência a produção de discursividades sobre a leitura do texto-papel para o texto-tela, bem como a relação do sujeito-aluno-leitor com as "novas" tecnologias digitais no mundo contemporâneo e globalizado.Anchored in the theoretical perspective of Discourse Analysis at the interface with the Philosophy and Social Sciences, my purpose in this paper is to focus on discourses about reading on the internet. The corpus is composed of excerpts of stories written by students of three undergraduate courses (Biological Sciences, Mathematics, Education, which emphasize the production of discourses about reading the text-paper to text-screen as well as the relation of subject-student-reader with the "new" digital technologies in contemporary globalized world.

    8. Sobre a observação enquanto procedimento metodológico na análise do comportamento: positivismo lógico, operacionismo e behaviorismo radical

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alexandre Dittrich

      Full Text Available A Análise do Comportamento adota duas posições distintas sobre a observação enquanto procedimento metodológico. Na análise experimental, tende-se a aceitar apenas a descrição de relações funcionais entre variáveis observáveis. Na análise interpretativa, contudo, relações funcionais entre variáveis observáveis e não-observáveis são inferidas. A posição da filosofia behaviorista radical sobre a questão torna-se mais clara quando examinada a partir da influência do operacionismo sobre a Psicologia, em especial nas décadas de 30 e 40. O presente artigo propõe-se a realizar tal exame, apoiando-se na literatura dedicada ao assunto e nos escritos de Skinner. Concluiu-se que a análise de eventos privados, proposta por Skinner: (1 é de natureza interpretativa; (2 refere-se, pelo menos em parte, a eventos inobserváveis publicamente; (3 lança mão, em alguma medida, da introspecção enquanto método; (4 lança mão, em alguma medida, de inferências sobre o mundo privado do outro.

    9. A crítica da razão nas ciências humanas e naturais na obra “O Eclipse da Razão” de Max Horkheimer.

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eli Vagner Rodrigues

      2015-09-01

      Full Text Available O artigo analisa a crítica de Max Horkheimer ao conceito de razão relacionada às ciências humanas e naturais na forma como foi estabelecida enquanto instância reguladora na história da ciência e da filosofia no ocidente. A tese central de Horkheimer é a de que existe uma diferença fundamental entre a teoria segundo a qual a razão é um princípio inerente da realidade, e a doutrina segundo a qual a razão é uma faculdade subjetiva da mente. Analisa-se a forma como Horkheimer tenta demonstrar que a perspectiva racional imanente levou a concepções dogmáticas em algumas disciplinas das ciências humanas e como a perspectiva positivista conduz a alguns problemas epistemológicos relacionados à forma como se concebe a relação entre ciência e verdade. Conclui-se com a crítica de Horkheimer à possibilidade, aberta pela visão positivista, do uso da ciência, ou do discurso cientificista, como instrumento de domínio político na sociedade contemporânea.

    10. A crítica da razão nas ciências humanas e naturais na obra “O Eclipse da Razão” de Max Horkheimer.

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eli Vagner Rodrigues

      2015-10-01

      Full Text Available O artigo analisa a crítica de Max Horkheimer ao conceito de razão relacionada às ciências humanas e naturais na forma como foi estabelecida enquanto instância reguladora na história da ciência e da filosofia no ocidente. A tese central de Horkheimer é a de que existe uma diferença fundamental entre a teoria segundo a qual a razão é um princípio inerente da realidade, e a doutrina segundo a qual a razão é uma faculdade subjetiva da mente. Analisa-se a forma como Horkheimer tenta demonstrar que a perspectiva racional imanente levou a concepções dogmáticas em algumas disciplinas das ciências humanas e como a perspectiva positivista conduz a alguns problemas epistemológicos relacionados à forma como se concebe a relação entre ciência e verdade. Conclui-se com a crítica de Horkheimer à possibilidade, aberta pela visão positivista, do uso da ciência, ou do discurso cientificista, como instrumento de domínio político na sociedade contemporânea.

    11. A NOÇÃO DE ANGÚSTIA NA PRÁTICA CLÍNICA: APROXIMAÇÕES ENTRE O PENSAMENTO DE KIERKEGAARD E A GESTALT-TERAPIA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Manuela Bogéa Peres

      2013-10-01

      Full Text Available O artigo visa estabelecer relações entre o pensamento de Sören Kierkegaard e a Gestalt-Terapia, partindo da noção de angústia, aqui entendida como um fenômeno essencialmente humano e que revela o sujeito na sua relação com o mundo. A Gestalt-Terapia possui uma visão de homem compatível com as Filosofias da Existência e tem entre seus postulados a proposta de um retorno ao vivido, sendo uma abordagem na qual a questão da angústia pode ser compreendida em sua complexidade, a partir de uma visão relacional. A partir de algumas noções kierkegaardianas, procura-se apontar similaridades e discrepâncias entre seu pensamento e a proposta da Gestalt-Terapia para a clínica psicoterápica. Dada a existência de pouca literatura específica sobre a angústia na clínica gestáltica, espera-se fomentar questionamentos sobre o entendimento desta questão, bem como contribuir para uma perspectiva de fundamentação filosófica da Gestalt-Terapia.

    12. Teoria e história na geologia

      OpenAIRE

      Ody, Leandro Carlos

      2005-01-01

      Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Filosofia. Ao longo deste trabalho, buscamos responder à seguinte questão: "é a geologia uma ciência teórica ou uma ciência histórica?". Para chegarmos a um posicionamento razoável quanto a essa questão, buscamos resgatar a concepção de ciência teórica e de ciência histórica no pensamento de autores como Karl Popper, George Gaylord Simpson e David Hull. A ap...

    13. Vaginose Bacteriana na Colpocitologia

      OpenAIRE

      Consolaro,Márcia Edilaine Lopes; Suzuki, Linda Emiko

      2008-01-01

      A flora vaginal representa um ecossistema dinâmico influenciado por fatores diversos, existindo mecanismos desconhecidos que alteram esta flora, desencadeando distúrbios como vaginoses bacterianas. Este trabalho teve como objetivo avaliar a incidência de vaginoses bacterianas detectadas por colpocitologia na população atendida pelo Setor de Citologia Clínica do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (LEPAC) da Univers...

    14. Preparing for NA4

      CERN Multimedia

      1977-01-01

      Here, in one of the EF workshop, Albert Duchêne works on a pretty piece of mechanics. A few others await to be attended on the left. There are indications that the pipes were meant to house the carbon target (subdivided in eight sections) to be installed inside the toroid magnet of the NA4 experiment. The external strips were designed to possibly correct the magnetic field (???).

    15. Ontologia e Normatividade: o Déficit Institucional na Recepção Crítica em Habermas e Honneth

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Henrique de Souza Assai

      2017-02-01

      Full Text Available A proposta do Seminário de Filosofia e Interdisciplinaridade traz consigo o tema principal a Introdução à Lógica da Essência de Hegel (parte III e precisamente na aula sobre o modo do absoluto e a crítica de Hegel à Spinoza e Leibniz trouxe um tema que está relacionado com a minha atual pesquisa (esfera pública e participação democrática: a recepção da abordagem ontológica por Marcuse (que foi precursor da Teoria Crítica. Segundo Hegel, o absoluto se determina e se manifesta a si mesmo realizando-se como pura efetividade. O ser, portanto, na leitura marcusiana sobre Hegel, possui um caráter dinâmico, absoluto é efetividade (Wirklichkeit e, sendo efetivo, exterioriza-se. Há aqui uma teoria do ser na sua forma efetiva, segundo Marcuse, portanto, uma ontologia. Ocorre que os herdeiros da Teoria Crítica, especificamente Habermas e Honneth, não admitem a menor hipótese em fazer ontologia (social para dar conta daquilo que eles mesmos chamam dos processos de institucionalização (social confrontados com as Patologias Sociais. Parece que há um equívoco na abordagem desses dois filósofos da Teoria Crítica em desconsiderar o substrato ontológico em suas respectivas teorias normativas. Pretendo, de forma bem geral e introdutória, explicitar esse déficit ontológico em ambos devido a não tomar a fundo a abordagem ontológica deixada por Hegel.

    16. A epilepsia na neurocisticercose

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luís Marques-Assis

      1972-12-01

      Full Text Available Foram estudados 131 casos de epilepsia com etiologia cisticercótica comprovada. A idade variou de 2 a 68 anos; 75 pacientes eram de sexo masculino e 56 de sexo feminino; 117 eram brancos, 10 pardos, três pretos e um amarelo. A idade de início da doença predominou na primeira década. O estudo foi feito em relação ao tipo de epilepsia, ao tempo decorrido após a primeira crise, à freqüência das crises e ao eletrencefalograma relativamente às epilepsias em geral. Investigação foi feita também em relação à cefaléia, aos achados neurológicos, liquóricos, radiológicos simples e contrastados e anátomo-patológicos. A análise dos resultados permitiu aos autores as seguintes conclusões: 1 No grupo de neurocisticercose o início da doença predominou na primeira e a partir da quarta década em relação às epilepsias em geral. 2 Dentre as manifestações clínicas predominaram as formas convulsivas da doença (61%, sendo as crises bravas-jacksonianas as menos freqüentes (4%; quando comparadas com as epilepsias em geral, verifica-se incidência menor das convulsões generalizadas na neurocisticercose. 3 Quanto ao tempo de doença, verifica-se predomínio das formas de duração mais curta (um ano ou menos na neurocisticercose. 4 A severidade da epilepsia, traduzida pela freqüência das crises, foi menor no grupo com neurocisticercose. 5 Excluídos os casos com anormalidades eletrencefalográficas contínuas, foram encontrados maiores índices percentuais de EEG normal na neurocisticercose que nas epilepsias em geral. 6 A cefaléia estava presente em 68% dos casos, assumindo caráter paroxístico na maior parte (78%; em 67% dos casos com cefaléia paroxística não havia concomitantemente sinais de hipertensão intracraniana; nos casos com cefaléia contínua, em apenas dois (13% esses sinais não estavam presentes. 7 Na maior parte dos casos (62% as manifestações epilépticas se apresentaram isoladamente, sem sinais neurol

    17. A POPULARIZAÇÃO NA CIÊNCIA: A ÓPTICA DE NEWTON NO SÉCULO XVIII

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Boniek Silva Venceslau

      2009-03-01

      Full Text Available RESUMO As atuais aulas de ciências, geralmente, não apresentam discussões referentes à aspectos da natureza da ciência, por exemplo, como uma teoria se desenvolve com o tempo e a influência de fatores não-racionais na sua construção. Tais aspectos são relevantes na hora do aluno desenvolver uma visão mais adequada na sua compreensão de como uma teoria ou modelo é construído. Além disso, as abordagens mais tradicionais, também, já não garantem a aprendizagem de teorias físicas. Com a inserção de discussões, que envolvam a História e a Filosofia da Ciência (HFC, os alunos poderão vivenciar o desenvolvimentos de teorias físicas e, também, realizar estudos sobre a natureza da ciência, colocando em evidência aspectos não abordados nas práticas mais tradiconais. Este estudo é baseado em uma pesquisa bibliográfica, que contempla a história da óptica, e, em especial, a controvérsia existente em relação a natureza da luz com destaque a influência newtoniana para a aceitação da teoria corpuscular no século XVIII. Neste trabalho problematizaremos uma visão ingênua do desenvolvimento histórico da ciência, onde, geralmente, ela é vista de forma contínua e fatores não-racionais são excluídos da construção de teorias físicas. PALAVRAS-CHAVE: história e filosofia da ciência, popularização na ciência, Isaac Newton. THE POPULARIZATION IN SCIENCE: THE NEWTON APPROACH IN THE EIGHTEENTH CENTURY ABSTRACT The current science classes generally do not have discussions concerning aspects of the nature of science, for example, as a theory developed over time, the influence of non-rational factors in its construction. These aspects are relevant at the time of the student developing a more appropriate method in their understanding of how a theory or model is built. In addition to more traditional approaches, too, no longer guaranteeing the physical theories of learning. With the insertion of discussions, involving

    18. Formação política do adolescente no ensino médio: a contribuição da Filosofia Adolescent political education in high school: contributions from philosophy

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Antônio Joaquim Severino

      2010-04-01

      Full Text Available O trabalho parte da premissa de que a finalidade intrínseca da educação é a construção dos homens como sujeitos autônomos e que o Ensino Médio é mediação privilegiada do processo educacional para a constituição da identidade dos adolescentes, contribuindo, assim, para a construção de sua autonomia. E, no âmbito das mediações curriculares do Ensino Médio, a Filosofia tem papel relevante a desempenhar, encontrando sua legitimação última ao comprometer-se com a busca do sentido da existência humana. E, como essa existência constituise também pela condição social da espécie, torna-se íntimo e direto o vínculo do conhecimento com a dimensão política do existir histórico dos homens, pelo que a formação filosófica se articula à formação para a cidadania, entendida como a forma atual da realização humana mais completa em sua inserção social.This work is based on the premise that the inherent purpose of education is the construction of man as an autonomous person and that high school is privileged mediation in the educational process for identity constitution in adolescents, thus contributing to the construction of autonomy. In the high school curriculum mediation, philosophy has an important role to play, as it meets its legitimacy with the commitment of pursuing the sense of human existence. Human existence, in its turn, is constituted by the social condition of the species, which establishes an intimate connection between knowledge and the political dimension of man's historical existence. That connection explains how philosophical education is articulated to education for citizenship, which is understood as the most complete current form of full human achievement in man's social insertion.

    19. Inclusão nos Estados Unidos: filosofia, implementação e capacitação de professores Inclusion in the United States: philosophy; implementation, and capacitating teachers

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Patricia J. Peterson

      2006-04-01

      Full Text Available a inclusão de alunos com deficiência em classes da educação geral é uma exigência importante das Leis para Indivíduos com Deficiência de 1975 e 1997 e da emenda da Lei para Indivíduos com Deficiência de 2004. Desde a promulgação dessas leis, as escolas públicas dos Estados Unidos têm sido obrigadas a incluir alunos com deficiência ao máximo possível em classes da educação geral onde eles possam estudar com pares não deficientes ao invés de passarem a maior parte de seu dia em classes segregadas com outros alunos com deficiência. Este trabalho discute a filosofia dos programas de inclusão e apresenta detalhes sobre programas de inclusão em um Estado específico dos Estados Unidos, o Estado do Arizona, Finalmente, descreve a necessidade de capacitação de professores para a área de educação geral e especial. Essa sessão demonstra porque os programas melhorados de capacitação de professores são necessários para aumentar o sucesso da inclusão nos Estados Unidos.inclusion of students with disabilities in general education classes is an important provision of the Individuals with Disabilities Education Act of 1975, 1997, and the Individuals with Disabilities Improvement Act of 2004. Since the inception of this law, public schools in the United States have been mandated to include students with disabilities to the maximum extent possible in general education classes where they can study with typical peers rather than spending most of their day in segregated classes with other students with disabilities. This paper will discuss the philosophy of these inclusion programs. In addition, the paper will present details about inclusion programs in a specific state within the United States, the state of Arizona. Finally, the teacher training need in the area of general education and special education collaboration will be described. This section will demonstrate why improved teacher preparation programs are needed in order to

    20. Progresso e moral na filosfia da história de Kant

      OpenAIRE

      2011-01-01

      Esta tese busca reconstruir a filosofia da história de Kant a partir de duas perspectivas distintas. A primeira delas é de ordem sistemática e procura mostrar o lugar da filosofia da história no interior do sistema da filosofia crítica kantiana, indicando como Kant justifica (por razões teóricas e práticas) a sua concepção teleológica segundo a qual a história pode ser concebida como um progresso jurídico-político e moral da espécie humana. A segunda perspectiva busca reconstruir como Kant ex...

    1. Liberdade, identidade e política na arte contemporânea: um diálogo com Danto

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Bruno Guimarães

      2015-01-01

      Full Text Available O presente trabalho se propõe a instaurar um diálogo crítico com a filosofia dantiana da arte. A primeira parte do texto acompanha o desenrolar da construção teórica dos trabalhos de Danto paralelamente ao desafio de explicar as conseqüências estéticas e filosóficas das mudanças que ocorreram no cenário artístico mundial contemporâneo. Mostramos como Danto extrai implicações filosóficas dessas mudanças, colocando em pauta temas como o da liberdade artística, do pluralismo, das identidades multiculturais e da política. Contudo, problematizamos também os aspectos ideológicos presentes na relação que ele estabeleceu entre sua tese do fim da arte e a ideia do fim da história. Na segunda parte do texto, discutimos algumas intuições do próprio Danto sobre os temas acima elencados para confrontarmos sua teoria oficial com a especificidade da produção local de identidades artísticas periféricas. Finalmente, procuramos indicar como alguns elementos renovados da Teoria Crítica da Sociedade podem nos ajudar a perceber o surgimento de subjetividades históricas que estão fora da comunidade dominante, mas encontram com grande criatividade “novos usos” para os objetos do cotidiano, bem como para suas próprias identidades, em contraste com aqueles que vivem apáticos sob a segurança e a acomodação política do mercado global.

    2. Dieter Henrich, leitor de Kant: sobre o fato legitimador na dedução transcendental das categorias

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Christian Klotz

      2007-01-01

      Full Text Available Este artigo reconstrói os momentos principais dos trabalhos de Dieter Henrich sobre a filosofia teórica de Immanuel Kant. Henrich procura esclarecer e recuperar os fundamentos da teoria do conhecimento de Kant, dos quais seus seguidores teriam se distanciado, a partir da análise da dedução transcendental das categorias. De início, Henrich investiga a estrutura da prova na dedução, comparando a primeira e a segunda edição da Crítica da Razão Pura. Em seguida, Henrich investiga no argumento kantiano a relação entre o princípio de identidade da consciência de si, por um lado, e objetividade, por outro. Por fim, estendendo a comparação à Crítica da Razão Prática, Henrich elucida o programa e a metodologia na dedução, mostrando como o "fato" legitimador se torna o elemento fundamental.This article reconstructs the principal moments of Dieter Henrich's work on Immanuel Kant's theoretical philosophy. Henrich tries to clarify and recover the foundations of Kant's theory of knowledge, from which his followers would have taken distance, based on the analysis of the "transcendental deduction of categories". Firstly, Henrich investigates the proof structure in the deduction, comparing the first and the second edition of the Critique of Pure Reason. Secondly, he investigates, inside Kantian argument, the relationship between the identity principle of self-consciousness and objectivity. Finally, extending the comparison to the Critique of Practical Reason, Henrich elucidates the program and methodology of deduction, showing how the legitimating fact becomes the fundamental element.

    3. na Perua

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jorge Carvalho

      1989-01-01

      Full Text Available Antes de se caracterizar como tentativa de ensaio ou de análise a qualquer coisa, o presente artigo tem, antes de mais nada, a pretensão de se constituir uma provocação ao debate acerca da questão do esporte na escola. A provocação parte basicamente do relato da minha experiência pessoal como Secretário da Educação do Município de Aracaju, cargo que exerci no período de 1º de janeiro de 1986 a 27 de janeiro de 1987.

    4. Fractais na arquitectura

      OpenAIRE

      2009-01-01

      Uma forma de inovar na simplicidade, em Arquitectura, é usar a geometria dos fractais. Uma técnica simples de iterativamente chegar a formas fantásticas e muito agradáveis de integrar no desenho de uma obra de arte: sejam edifícios, pontes, jardins, e outros. Vamos abordar o conceito essencial da geometria dos fractais e analisar exemplos da sua aplicação em edifícios e cidades. Para isso faz-se uma introdução ao tema pelos primórdios da geometria fractal referindo exemplos como o Co...

    5. A escola na internet

      OpenAIRE

      Albino, Ayrán Lavra

      2003-01-01

      Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O presente trabalho pretendeu analisar o uso do suporte tecnológico do ensino a distância (computador e internet) como elemento complementar do ensino presencial. Procurou-se demonstrar, na fundamentação teórica, que as tendências pedagógicas contemporâneas e as características da tecnologia digital viabilizam esta possibilidade. Operacionalizou-se essa ...

    6. Fractais na arquitectura

      OpenAIRE

      Ganhão, Susana Maria Gouveia Rosado

      2009-01-01

      Uma forma de inovar na simplicidade, em Arquitectura, é usar a geometria dos fractais. Uma técnica simples de iterativamente chegar a formas fantásticas e muito agradáveis de integrar no desenho de uma obra de arte: sejam edifícios, pontes, jardins, e outros. Vamos abordar o conceito essencial da geometria dos fractais e analisar exemplos da sua aplicação em edifícios e cidades. Para isso faz-se uma introdução ao tema pelos primórdios da geometria fractal referindo exemplos como o Co...

    7. Report from NA49

      CERN Document Server

      Gazdzicki, M; Anticic, T; Baatar, B; Barna, D; Bartke, Jerzy; Betev, L; Bialkowska, H; Billmeier, A; Blume, C; Boimska, B; Botje, M; Bracinik, J; Bramm, R; Brun, R; Buncic, P; Cerny, V; Christakoglou, P; Chvala, O; Cramer, J G; Csató, P; Darmenov, N; Dimitrov, A; Dinkelaker, P; Eckardt, V; Farantatos, G; Filip, P; Flierl, D; Fodor, Z; Foka, P Y; Freund, P; Friese, V; Gál, J; Georgopoulos, G; Gladysz-Dziadus, E; Grebieszkow, K; Hegyi, S; Höhne, C; Kadija, K; Karev, A; Kliemant, M; Kniege9, S; Kolesnikov, V I; Kollegger, T; Kornas, E; Korus, R; Kowalski, M; Kraus, I; Kreps, M; Van Leeuwen, M; Lévai, Peter; Litov, L; Lungwitz, B; Makariev, M; Malakhov, A I; Markert, C; Mateev, M; Mayes, B W; Melkumov, G L; Meurer, C; Mischke, A; Mitrovski, M; Molnár, J; Mrówczynski, S; Pálla, G; Panagiotou, A D; Panayotov, D; Petridis, A; Pikna, M; Pinsky, L; Pühlhofer, F; Reid, J G; Renfordt, R E; Richard, A; Roland, C; Roland, G; Rybczynski, M; Rybicki, A; Sandoval, A; Sann, H; Schmitz, N; Seyboth, P; Siklér, F; Sitár, B; Skrzypczak, E; Stefanek, G; Stock, R; Ströbele, H; Susa, T; Szentpétery, I; Sziklai, J; Trainor, T A; Varga, D; Vassiliou, Maria; Veres, G I; Vesztergombi, G; Vranic, D; Wetzler, A; Wlodarczyk, Z; Yoo, I K; Zaranek, J; Zimányi, J

      2004-01-01

      The most recent data of NA49 on hadron production in nuclear collisions at CERN SPS energies are presented. Anomalies in the energy dependence of pion and kaon production in central Pb+Pb collisions are observed. They suggest that the onset of deconfinement is located at about 30 AGeV. Large multiplicity and transverse momentum fluctuations are measured for collisions of intermediate mass systems at 158 AGeV. The need for a new experimental programme at the CERN SPS is underlined.

    8. Materialismo e positivismo na definição da psicologia

      OpenAIRE

      2004-01-01

      Os principais adeptos da filosofia positivista têm o propósito de promover a «renovação mental» da sociedade portuguesa, por meio da difusão dos progressos alcançados pelo conhecimento científico e os princípios da filosofia positivista. Revestem particular relevo os trabalhos dum grupo muito significativo de professores de medicina, clínicos e naturalistas que, servindo-se de estudos desenvolvidos nos domínios da fisiologia, observação clínica e zoologia comparada, introduziram em Portugal u...

    9. Fenomenologia e esquizoanálise na psicologia: um encontro possível?

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Reinaldo Furlan

      2006-09-01

      Full Text Available Nossa intenção é aproximar duas importantes áreas da Filosofia &– a fenomenologia e a esquizoanálise &– presentes no campo da Psicologia enquanto formas ou perspectivas de pesquisa. Acreditamos que o encontro crítico dessas filosofias possa trazer ganhos de diferentes espécies, desde uma melhor compreensão de seus sentidos, até uma ampliação do horizonte do uso que se faz delas no campo da Psicologia.

    10. Comprometimento pulmonar na leptospirose

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jorge Eduardo Manhães de Carvalho

      1992-03-01

      Full Text Available Em 23 pacientes com leptospirose apresentando comprometimento pulmonar, internados no Hospital Universitário Antônio Pedro da XJFF, Niterói, hemoptise e hemoptóicos foram observados em 21,7% e 30,4%, respectivajnente. Gasometria arterial revelou hipoxemia e hipocapnia na maioria dos casos. Radiografia de tórax em 15 pacientes mostrou comprometimento alveolar em 60%, comprometimento intersticial-reticular em 6%, padrão misto (alveolar e intersticial em20%e ausência de alterações radiológicas em 14%. A necrópsiade 13 pacientes mostrou edema, congestão e hemorragia nos pulmões em 100% dos casos. A hemorragia foi focal em 46% e difusa em 54% dos casos. Houve formação de membrana hialina em 30% e trombos de fibrina em 46% dos pulmões estudados, o que estabelece o diagnóstico da coagulação intravascular disseminada e a ocorrência da síndrome de angústia respiratória na leptospirose.

    11. Laser na medicina: avanços na Oftalmologia

      OpenAIRE

      João Alberto Holanda de Freitas

      2007-01-01

      Entre os grandes avanços tecnológicos dos últimos anos, o laser sem dúvida ocupa lugar de destaque. Desde a construção do primeiro aparelho a laser em 1959, novas aplicações surgem continuadamente. O laser está presente de maneira marcante na pesquisa básica, na indústria e na medicina.

    12. Geografia das religiões: temas sobre a experiência e o pensamento na ordem dos frades menores capuchinhos = Geography of religious: issues about experience and thoughts of Capuchin Minor Friars Order

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Becker, Elsbeth Lisa S.

      2014-01-01

      Full Text Available Este artigo apresenta temas sobre a experiência e o pensamento na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que evidenciam a riqueza da perspectiva cultural da Geografia, sua espacialização, sua presença social e espiritual em diferentes fatos históricos. Visa-se a conhecer e a descrever a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, com ênfase à sua presença no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, descrevendo atitudes, valores, entre outros aspectos, vinculados ao sentido e aos símbolos espiritualizados deste clero. Identificou-se o contexto da imigração italiana, no século XIX, e a con- sequente inserção dessa Ordem no Rio Grande do Sul como ponto de partida. A metodologia consistiu em uma análise documental, em textos de comentadores da filosofia franciscana e de entrevistas realizadas com oito frades Capuchinhos que pertencem à Província Sagrado Coração de Jesus. O artigo, pela complexidade do tema, não pode tratar detalhadamente da descrição da Ordem e dos símbolos em sua profundidade espiritual. Apenas destacou-se a abrangência geográfica dessa Ordem no Estado gaúcho e no Brasil e, também, nos países latino-americanos como Haiti e República Dominicana e evidenciou-se a vida religiosa consagrada, pela sua natureza, inserida na Igreja, contribuindo com sua presença e missão para o bem do povo de Deus. Constatou-se que o simbolismo franciscano está presente na atual sociedade, mesmo que esta não perceba, principalmente, difundido através do presépio e do Tau; e que os votos e a saudação de “Paz e Bem” apresentam maiores significados para aqueles que praticam essa filosofia de vida

    13. Na Cauda do Cometa

      Science.gov (United States)

      Voelzke, M. R.

      2009-01-01

      Quando viam um cometa, os antigos gregos imaginavam uma estrela com uma vasta cabeleira. Não à toa, a palavra deriva do termo koma, que significa cabelo. Constituídos por fragmentos de gelo e gases, os cometas possuem um núcleo sólido, que pode ter vários quilômetros de diâmetro, e uma cauda que sempre aponta na direção contrária ao Sol, devido aos ventos solares. Graças à aparência de pontos luminosos em movimento (ao contrário de outros astros, que parecem estáticos), esses corpos celestes foram interpretados por diferentes povos com muito misticismo, inspirando mitos tanto de boas-novas como de maus presságios. Conheça algumas dessas histórias:

    14. O real na psicose

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Maurício Castejón Herrmann

      2004-06-01

      Full Text Available Este artigo discute a noção de real na psicose, a partir das formulações de Lacan sobre o tema, presentes no Seminário 3 - As Psicoses, no Seminário 20 - Mais, Ainda e no texto Televisão. Considerando-se que a concepção de real tem uma indicação clínica, a hipótese que se formula é a de que a noção de real trabalhada no Seminário 20, Mais, Ainda representa uma continuidade da concepção de real desenvolvida no Seminário 3, As Psicoses

    15. NA48 prototype calorimeter

      CERN Document Server

      1990-01-01

      This is a calorimeter, a detector which measures the energy of particles. When in use, it is filled with liquid krypton at -152°C. Electrons and photons passing through interact with the krypton, creating a shower of charged particles which are collected on the copper ribbons. The ribbons are aligned to an accuracy of a tenth of a millimetre. The folding at each end allows them to be kept absolutely flat. Each shower of particles also creates a signal in scintillating material embedded in the support disks. These flashes of light are transmitted to electronics by the optical fibres along the side of the detector. They give the time at which the interaction occurred. The photo shows the calorimeter at NA48, a CERN experiment which is trying to understand the lack of anti-matter in the Universe today.

    16. Leadeship: na effective relationship

      OpenAIRE

      Sergio Roberto Guimarães Pantoja

      2005-01-01

      Resumo: O presente trabalho tem por objetivo analisar a eficácia da liderança em três instituições de ensino superior em São Luís -MA, sendo a instituição A (particular), a B (pública federal) e a C (pública estadual). Adotou-se os estilos de liderança: democrático, autocrático e liberal, baseando-se na Teoria dos Estilos de Kurt Lewin e seus colaboradores e nas qualidades de liderança (objetividade, compreensão dos outros, flexibilidade, comunicação e autoridade), definidas por Uris A.(196...

    17. Raytracing na GPU

      OpenAIRE

      Straňák, Marek

      2011-01-01

      Raytracing je základnou technikou pro vizualizaci trojrozměrných objektů. Cílem práce je demonstrovat možnost implementace sledovaní paprsků pomocí grafického akcelerátoru.  Popíšem základní algoritmus a jeho modifikovanou verzi, která byla implementována pomocí jazyka CUDA C. Výsledný raytracer je optimalizovaný pro dynamické scény. Pro tento účel byla použita akcelerační struktura KD strom, hierarchické obalové tělesa a přenos dat pomocí PBO. Pro realističtější výstupy byla také implementov...

    18. Comprometimento pulmonar na leptospirose

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jorge Eduardo Manhães de Carvalho

      1992-03-01

      Full Text Available Em 23 pacientes com leptospirose apresentando comprometimento pulmonar, internados no Hospital Universitário Antônio Pedro da XJFF, Niterói, hemoptise e hemoptóicos foram observados em 21,7% e 30,4%, respectivajnente. Gasometria arterial revelou hipoxemia e hipocapnia na maioria dos casos. Radiografia de tórax em 15 pacientes mostrou comprometimento alveolar em 60%, comprometimento intersticial-reticular em 6%, padrão misto (alveolar e intersticial em20%e ausência de alterações radiológicas em 14%. A necrópsiade 13 pacientes mostrou edema, congestão e hemorragia nos pulmões em 100% dos casos. A hemorragia foi focal em 46% e difusa em 54% dos casos. Houve formação de membrana hialina em 30% e trombos de fibrina em 46% dos pulmões estudados, o que estabelece o diagnóstico da coagulação intravascular disseminada e a ocorrência da síndrome de angústia respiratória na leptospirose.Tostudy thepulmonary complications in leptospirosis case records of 23 such patients admitted at the Hospital Universitário Antônio Pedro, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Brasil, were reviewed. Hemoptysis were seen in 21.7% and sputal blood in 30.4% of patients. Arterial gasometry detected hypoxemia and hypocapnia in most cases. Thoracic radiology showed an alveolar pattern in 60% of the patients, alveolo-interstitial in 20%, interstitial in 6%, and in 14% the lungs were considered to be normal Necropsy of 13 cases showed edema, congestion and hemorrhage in the lungs in all cases. Hyaline membrane was found in 30% and fibrin thrombi in 46% of these cases, resulting in a diagnosis of adult respiratory distress syndrome and acute disseminated intravascular coagulation (consumption coagulopathy in leptospirosis.

    19. A ENGENHARIA NA ESCOLA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Valéria Pelizzer Casara

      2015-04-01

      Full Text Available Este projeto teve por objetivo principal mostrar às jovens do ensino médio, como as áreas de exatas e de engenharia podem estar inseridas em situações rotineiras por elas vivenciadas e incentivá-las para ingressarem nessas áreas. O projeto foi executado na escola de ensino Médio Nelson Horostecki na cidade de Chapecó, Santa Catarina. Mostrou-se de forma simples que as áreas de exatas e de engenharia têm aplicações práticas nas nossas vidas. No desenvolvimento do projeto, realizaram-se oficinas na escola cujo tema principal abordado foi o processo de fabricação do chocolate, visto que o mesmo é um produto muito apreciado pelas adolescentes. Dentro dessa temática, foram trabalhadas as questões que envolvem conhecimentos das áreas de exatas e de engenharia, mais especificamente a Engenharia Ambiental. O projeto auxiliou na formação cidadã e também na escolha profissional das meninas. Muitas das alunas participantes nunca haviam tido contato direto com alunos graduandos de cursos na área das exatas. Mais ainda, este projeto oportunizou a aproximação da universidade com a comunidade externa. Palavras-chave: Extensão Universitária, Ciências Exatas e Engenharia, Chocolate, Oficinas.   Engineering in the school Abstract: The main objective of this project was to show high school female students how the exact sciences and engineering can be included in their routine situations encouraging them to entering in these areas. The project was carried out at the Nelson Horostecki High School in Chapecó, Santa Catarina State, Brazil. It was showed in a simple manner how exact sciences and engineering have practical applications in our lives. Workshops were conducted in the school during the execution of the project in which the main subject was the chocolate manufacturing process, since chocolate is a product greatly appreciated by the young female people. Within this matter, the activities were performed using the knowledge of

    20. Psicoterapia centrada na pessoa e o impacto do conceito de experienciação Person-centered psychotherapy and the impact of the experiencing concept

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      João Carlos Caselli Messias

      2006-01-01

      Full Text Available O presente artigo trata das contribuições conceituais de Eugene T. Gendlin ao desenvolvimento da teoria da Abordagem Centrada na Pessoa, de Carl R. Rogers, com especial destaque à experienciação. Uma breve biografia do primeiro autor é apresentada ao leitor de língua portuguesa bem como dos desdobramentos da sua Filosofia do Implícito, que atualmente se constitui em uma abordagem específica. Os benefícios que uma compreensão experiencial pode oferecer aos profissionais centrados no cliente também são analisados.The article discusses the conceptual contributions of Eugene T. Gendlin to the development of the Person-Centered Approach theory, from Carl R. Rogers, with a special distinction to Experiencing. A brief biography of the first author is presented to the Portuguese reader as well as the developments of his Philosophy of the Implicit, a specific approach nowadays. The benefits that an experiential comprehension is able to offer to the Person-Centered Professionals are also analyzed.

    1. No limiar do mundo visível: a noção de esquema corporal nos cursos de Merleau-Ponty na Sorbonne

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Danilo Saretta Verissimo

      2012-06-01

      Full Text Available De acordo com o propósito geral de estudar longitudinalmente o uso que Merleau-Ponty faz da noção de esquema corporal em sua filosofia, no presente artigo dedicamo-nos aos seus cursos na Sorbonne, localizados em um período intermediário da sua obra. Neles, o filósofo enceta discussões acerca da corporeidade a partir da psicologia da criança e da psicanálise, tomando por eixos centrais o problema da intersubjetividade e a teoria do esquema corporal. Merleau-Ponty compreende que a aquisição de um esquema corporal uno, "total", implica um descentramento de si, de modo que o corpo próprio, o de outrem e o mundo possam se entrelaçar num "tecido relacional" que envolve inextricavelmente visibilidade e espessura intracorporal. Consideramos que nesses estudos Merleau-Ponty dá um importante passo em direção à noção de carne tal como encontrada em seus textos mais tardios.

    2. Homem-máquina: as produções discursivas e os processos de subjetividade desenvolvidos na integração do sujeito com redes digitais

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fausi dos Santos

      2015-07-01

      Full Text Available O artigo apresenta, a partir da Análise do Discurso de linha francesa, a concepção de sujeito e sua vinculação com o corpo, a razão e os efeitos de sentido produzidos nas redes digitais. Parte da noção de sujeito pensante na filosofia cartesiana, no qual a razão exerce poder sobre o corpo e a matéria. O corpo para Descartes é um obstáculo a ser superado pela mente. Já em Foucault, há um deslocamento da noção de sujeito enquanto unidade ontológica para a noção de sujeito como uma função do discurso. Para Foucault, o sujeito se faz como produto de uma interação sócio-biológica, que se faz e refaz segundo a função e o posicionamento que ocupa no ato discursivo. As redes digitais são espaços de subjetividade, onde ocorre o deslocamento do sujeito em relação ao seu corpo que é anulado momentaneamente enquanto veículo ou invólucro da função-sujeito, dando vazão para a livre circulação do sujeito e da mente em espaços rizomáticos e digitais.

    3. A Fundamentação da moral na obra de Arthur Schopenhauer e a interpretação de Max Horkheimer.

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Eli Vagner Rodrigues

      2017-08-01

      Full Text Available Schopenhauer afirma que uma ética não dogmática requer leis demonstráveis derivadas da experiência. Nesse sentido o fundamento de uma ética deve ser uma metafísica imanente, que sustente, na experiência possível, suas afirmações, e que seja, por isso mesmo, capaz de dar de uma vez por todas um fundamento legítimo à moral. A fundamentação da moral schopenhaueriana segue, portanto, uma argumentação muito próxima de uma metodologia científica. Para Schopenhauer a filosofia deve se aproximar mais de uma cosmologia do que da teologia. Max Horkheimer em “O pensamento de Schopenhauer em relação à ciência e à religião” destaca a fecundidade de tal posição filosófica e atualiza a importância de Schopenhauer tanto para sua formação quanto para uma legítima interpretação da modernidade. Acompanhamos, neste artigo tanto os aspectos fundamentais da fundamentação schopenhaueriana da moral, quanto aspectos da interpretação de Horkheimer da empreitada do filósofo

    4. filosofia e psicologia entre 1970 e 2003

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alessandra de Morais Shimizu

      2006-01-01

      Full Text Available Presenta un estudio bibliográfico referente al tema “ética y prejuicio” en el ambiente de la educación escolar en periódicos nacionales de las áreas de Educación, Psicología y Filosofía a partir de la década de 1970 hasta el año 2003. En total fueron catalogados y analizados 570 textos. Constatamos que, especialmente, en las tres últimas décadas, hubo una preocupación, por parte de los pesquisadores, con cuestiones éticas y la problemática de la diversidad y sus relaciones con la educación escolar. Notamos también, que algunas revistas científicas se destacaron por presentar un mayor número de producciones científicas, publicadas con el tema y en el período que comprende este estudio. Además de esto, la mayoría de los trabajos realizaron estudios teóricos y pesquisas bibliográficas en detrimento a las pesquisas empíricas. Fue elaborado un índice de los textos pesquisados que, junto con el material colectado, funcionará como banco de datos para pesquisadores, unidos a diversas áreas del conocimiento, que posean interés en estudiar el tema “ética y prejuicio” y sus diversos subtemas.

    5. Aspectos Convencionalistas da Filosofia de Willard Quine

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Sofia Inês Albornoz Stein

      2003-12-01

      Full Text Available One of the main contributions of philosophers at the end of the 19th century and beginning of the 20th century to philosophy of science and semantics was the thesis inspired in the scientific advances of natural and exact sciences, that there is not a single true theory of what goes on in the empirical world, but rather the possibility of constructing multiple versions, equally satisfactory, of an explanation of the world. In the Vienna Circle, more specifically, the conventionalist movement showed its influence primarily in the writings of Neurath, but also, more subtly, in the texts of Carnap. In this paper, I shall examine the theoretical relations between Quine’s holistic thesis and the conventionalist aspects of his work. In order to do this I will discuss Neurath’s holistic coherentism and of the conventionalist and holistic aspects present in Camap’s work, which merge, mainly in the Aufbau, with reduc-tionist aims. Thus, I intend to help to clarify to what extent Quine’s holism depends on a conventionalist position and to what extent conventionalism, in its turn, can get along with reductionist epistemological remains.

    6. Filosofia de la responsabilidad social empresarial

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Valenzuela, L. F.

      2006-01-01

      Full Text Available The company has prioritized like objective the satisfaction of the owner, by means of the maximization of the present value of the company and the exclusive obtaining of utilities; approach that has left to the margin the other groups that have interest in the company, calls stakeholders: workers, clients, suppliers, community, government, citizenship and environment. The present social problems and the deterioration of the environment, demonstrate the failure of the traditional enterprise model, reason why it sets out to change of approach: an enterprise philosophy of social responsibility that considers the interests of all the participants in the enterprise system, with the identification and practice of basic values and other complementary ones, compatibles with social aims, that are included in the enterprise strategy and its daily actions. This new model of management based on values could be made specific by means of a social pact laid out by the companies, constituting itself in roll of the employers one that would contribute to the solution of many problems of the society.

    7. Musica e Weltanschauung. Opera musicale, filosofia, cultura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Riccardo Martinelli

      2014-02-01

      Full Text Available Can music express the world-view (Weltanschauung of a certain composer, or of a certain historical era – and how? In 19th Century, the wide-ranging philosophical implications of this question raised an intriguing quarrel between the formalists’ scepticism as to this point and their various opponents. Starting from the case study of the German psychologist and philosopher of music Georg Anschütz (1886-1953, it is argued that allowing for a systematic link of music and the world-views easily turns into the far more demanding (and occasionally ambiguous claim that music is the best and perhaps the only way to express them properly. In turn, this attitude sits well with the tendency to think of music hearing as a disembodied process, hinting at the deep dimension of synesthesia rather than to that of music as a cultural phenomenon, in Erich Hornbostel’s sense.

    8. Espinosa: uma filosofia materialista do infinito positivo

      OpenAIRE

      Mariana Cecilia de Gainza

      2009-01-01

      A leitura que Hegel fez da ontologia espinosana teve uma influência maiúscula em gerações inteiras de leitores, que leram Espinosa a partir da representação hegeliana de suas supostas virtudes e defeitos. O efeito mais evidente da força que teve essa interpretação foi a difundida tendência a classificar Espinosa como um filósofo idealista. E isso, por sua vez, derivou em que importantes expoentes do pensamento crítico do século XX ignorassem seus aportes, por julgá-lo parte de uma tradição al...

    9. El cuerpo en la filosofia virtual

      National Research Council Canada - National Science Library

      Carreno Duenas, Dalia; Rojas Benjumea, Alejandro; Valero Cardenas, Humberto; Restrepo Restrepo, Arturo

      2009-01-01

      ...: La reflexion hacia la construccion de un modelo humanista de educacion virtual. Este articulo parte de una reflexion critica de la concepcion tradicional de cuerpo para hacer un analisis filosofico empleando los aportes de P. Levy al respecto...

    10. Ensino da homeopatia na graduação em farmácia: concepções e práticas pedagógicas em instituições do estado do Rio de Janeiro

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Anderson Domingues Corrêa

      2008-06-01

      Full Text Available Este trabalho aborda a situação do ensino de homeopatia nas faculdades de farmácia do estado do Rio de Janeiro, buscando identificar e analisar a situação político-pedagógica com relação à perspectiva curricular de formação do farmacêutico generalista, tendo em vista as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia. Discutem-se os aspectos legais da questão e as percepções dos professores a respeito. O ensino de homeopatia no estado do Rio de Janeiro é oferecido por duas universidades públicas e 12 instituições particulares, sendo que nas públicas a disciplina é optativa e nas particulares, em sua maioria, é obrigatória. Tanto na graduação quanto na especialização em homeopatia, o foco é o preparo de medicamentos, incluindo uma abordagem teórica da filosofia homeopática.

    11. Ensino da homeopatia na graduação em farmácia: concepções e práticas pedagógicas em instituições do estado do Rio de Janeiro

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Anderson Domingues Corrêa

      Full Text Available Este trabalho aborda a situação do ensino de homeopatia nas faculdades de farmácia do estado do Rio de Janeiro, buscando identificar e analisar a situação político-pedagógica com relação à perspectiva curricular de formação do farmacêutico generalista, tendo em vista as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia. Discutem-se os aspectos legais da questão e as percepções dos professores a respeito. O ensino de homeopatia no estado do Rio de Janeiro é oferecido por duas universidades públicas e 12 instituições particulares, sendo que nas públicas a disciplina é optativa e nas particulares, em sua maioria, é obrigatória. Tanto na graduação quanto na especialização em homeopatia, o foco é o preparo de medicamentos, incluindo uma abordagem teórica da filosofia homeopática.

    12. Análise objetiva e apreensão subjetiva na metafísica bergsoniana. A intuição da vida e o crivo dos fatos

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Débora Morato Pinto

      Full Text Available Resumo: Este artigo intenciona mostrar como o método filosófico desenvolvido e aplicado por Bergson, a intuição, articula distintos níveis de nossa experiência. Para isso, buscaremos extrair algumas lições de um momento especial da aplicação desse método, no qual o mergulho na interioridade psicológica se relaciona com a visão objetiva da exterioridade. Trata-se aqui de retomar o bloco central da obra A Evolução Criadora, núcleo metafísico da filosofia bergsoniana, no qual encontramos a reinterpretação dos dados da biologia que deriva na cosmologia. Mais precisamente, se a cosmologia elaborada nesse livro pode ser apontada como a performance mais paradigmática da intuição, nossa atenção se dirigirá a um passo metodológico anterior: a leitura dos dados da biologia evolutiva que dá contornos e subsídios à tese de que a consciência é coextensiva à vida.

    13. Sobre corpos e monstros: algumas reflexões contemporâneas a partir da filosofia da diferença Sobre cuerpos y monstruos: algunas reflexiones contemporáneas About bodies and monsters: some contemporary reflections

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Carlos Augusto Peixoto Junior

      2010-03-01

      Full Text Available Este artigo tem como objetivo geral discutir algumas relações entre o corpo e o fenômeno do monstro - teratológico ou ficcional -, procurando avaliar os abalos que a figura monstruosa provoca nos modelos de apreensão da subjetividade construídos prioritariamente a partir dos referenciais da representação e da identidade. Em termos mais específicos, partindo principalmente de autores alinhados à filosofia da diferença, são discutidas algumas possibilidades de subversão suscitadas pela monstruosidade em suas relações com o corpo, tais como as que ocorrem nos campos da ciência, da cultura, dos estudos de gênero e de uma política de subjetivação. O que se procura ressaltar em todas essas vertentes é que, ao afirmar sua diferença radical, a figura do monstro abre novas vias de acesso ao devir e à singularidade.Este artículo tiene como objetivo general discutir algunas relaciones entre el cuerpo y el fenómeno del monstruo - teratologico o ficcional -, buscando evaluar las conmociones que la figura monstruosa provoca en los modelos de aprehensión de la subjetividad construidos principalmente desde los referenciales de la representación y de la identidad. En términos más específicos, partiendo prioritariamente de autores alineados con la filosofía de la diferencia, si discuten diversas posibilidades de subversión suscitadas por la monstruosidad en sus relaciones con el cuerpo, tal como los que ocurren en los campos de la ciencia, de la cultura, de los estudios de género y de una política de subjetivación. El que si busca resaltar en todas estas vertientes es que, al afirmar su diferencia radical, la figura del monstruo abre nuevas maneras de acceso al devenir y a la singularidad.This work has as its general aim to argue about some relations between the body and the phenomenon of the monster - teratological or fictional -, trying to evaluate the shocks that the monstrous figure provokes in the models of apprehension of

    14. Ensino técnico: uma necessidade ou uma falácia? Notas para a compreensão da filosofia do ensino técnico em Portugal e no Brasil - Technical teaching: a necessity or a fallacy? Notes for the comprehension of the philosophy of technical teaching in Portugal

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Luís Alberto Marques Alves, Portugal.

      2013-08-01

      Full Text Available 1024x768 Falar de ensino técnico obriga a cruzar vertentes científicas diversas - história, sociologia, economia - e contextualizar a informação no âmbito da História da Educação. A herança recebida do sistema corporativo, a partilha de responsabilidades entre público e privado, as expectativas sociais e económicas, a sua relação com o desenvolvimento e a difícil relação entre o nacional e o internacional são algumas das vertentes que importa analisar quando procuramos fazer um trajeto breve na dimensão mais alargada no tempo. Inserir ainda uma preocupação comparativa entre Portugal e Brasil, ainda que pontual, exige uma síntese das ideias nucleares marginalizando o acessório. Procura este artigo, numa cronologia que vai do século 18 aos fins do 20, elencar as mudanças de filosofia, de investimento, de credibilidade social e de necessidade económica.Palavras-chave: ensino técnico, profissionalização, capitalismo industrial, neoprofissionalismo, Portugal, Brasil, ensino secundário. TECHNICAL TEACHING: A NECESSITY OR A FALLACY? NOTES FOR THE COMPREHENSION OF THE PHILOSOPHY OF TECHNICAL TEACHING IN PORTUGAL AND BRAZILAbstractTo talk about technical teaching forces us to cross several scientific fields - history, sociology, economy - and to contextualize the information regarding the History of Education. The inheritance received from the corporative system, the share of responsibilities between public and private, the social and economical expectations, its relation with development and the difficult relation between national and international are some of the fields that we must analyse when we aim to create a path brief in its dimension but stretched in time. To also insert a comparative concern between Portugal and Brazil, even if punctual, demands a synthesis of the nuclear ideas marginalizing the accessory. This article aims to, in a chronology going from the 18 century to the late 20th, specify the changes in the

    15. Considerações sobre a teoria do cérebro triuno e sua relevância para uma filosofia da mente e das emoções = Remarks on the triune brain theory and its relevance to a philosophy of mind and emotions

      OpenAIRE

      Mograbi, Gabriel José Corrêa

      2015-01-01

      Este artigo estabelece algumas relações fundamentais entre evolução, a teoria do cérebro triuno e a relevância que esta pode ter para a fundamentação empírica de uma filosofia da mente e das emoções. Inicialmente, será especialmente considerada a posição do filósofo Ronald de Sousa no seu já clássico artigo The Minds Bermuda Triangle: Philosophy of Emotions and Empirical Science, parte do Oxford Handbook of Philosophy of Emotions. A segunda seção discute a validade da teoria do cérebro triuno...

    16. Ontologia e instituições na teoria política de Hannah Arendt

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Paulo Nascimento

      2016-12-01

      Full Text Available Resumo: Este artigo aborda as duas compreensões que Hannah Arendt desenvolve sobre a política. Ele discute a concepção ontológica de Arendt, elaborada a partir da filosofia de Heidegger,  que vê a ação política como um “estar-no-mundo”. Esta compreensão da política também é baseada na interpretação de Arendt dos heróis homéricos e sua luta por destacar-se no espaço público através de feitos e palavras. O texto também destaca a outra compreensão que Arendt tem sobre a política, baseada na construção de instituições. Nesta segunda compreensão da política, Arendt a entende como uma atividade voltada para a fundação de corpos políticos e suas leis e instituições. O artigo conclui discutindo a tensão existente nestas duas visões de Arendt sobre a política e a ação política. Palavras-chave: ontologia, instituições, ação política.   Abstract: This article focuses on Arendt's two-folded approach towards politics. It discusses her ontological conception of political action as a “being-in-the-world”, which she developed from Heidegger's philosophy. This approach is also based on Arendt's interpretation of Homer's heroes and their agonistic drive to appear in the public realm through deeds and words. The text also highlights Arendt’s other approach to politics, which is based on institution building. In this second understanding of politics, Arendt views political action as an activity aiming at the foundation of political bodies and their laws and institutions. The article concludes by discussing the existing tension between Arendt’s two views of politics and political action. Keywords: ontology, institutions, political action.

    17. Ontologia e instituições na teoria política de Hannah Arendt

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Paulo Nascimento

      2016-12-01

      Full Text Available Resumo: Este artigo aborda as duas compreensões que Hannah Arendt desenvolve sobre a política. Ele discute a concepção ontológica de Arendt, elaborada a partir da filosofia de Heidegger,  que vê a ação política como um “estar-no-mundo”. Esta compreensão da política também é baseada na interpretação de Arendt dos heróis homéricos e sua luta por destacar-se no espaço público através de feitos e palavras. O texto também destaca a outra compreensão que Arendt tem sobre a política, baseada na construção de instituições. Nesta segunda compreensão da política, Arendt a entende como uma atividade voltada para a fundação de corpos políticos e suas leis e instituições. O artigo conclui discutindo a tensão existente nestas duas visões de Arendt sobre a política e a ação política. Palavras-chave: ontologia, instituições, ação política.   Abstract: This article focuses on Arendt's two-folded approach towards politics. It discusses her ontological conception of political action as a “being-in-the-world”, which she developed from Heidegger's philosophy. This approach is also based on Arendt's interpretation of Homer's heroes and their agonistic drive to appear in the public realm through deeds and words. The text also highlights Arendt’s other approach to politics, which is based on institution building. In this second understanding of politics, Arendt views political action as an activity aiming at the foundation of political bodies and their laws and institutions. The article concludes by discussing the existing tension between Arendt’s two views of politics and political action. Keywords: ontology, institutions, political action.

    18. Valores na escola

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Menin Maria Suzana De Stefano

      2002-01-01

      Full Text Available Neste texto pretende-se discorrer sobre valores morais na escola e suas implicações para a formação de professores. Para tanto discutir-se-á, em primeiro lugar, e brevemente, o que são valores morais, ou éticos, e como a escola pode situar-se em relação a eles. Em seguida, serão relatadas algumas observações a respeito de valores de professores e práticas daí decorrentes. São comentados resultados de pesquisa que ilustram a transmissão de valores de forma doutrinal e a educação moral e cívica tal como realizada na ditadura militar, e, por outro lado, a posição relativista e/ou de laissez-faire que certas escolas podem adotar, metodologicamente, sobre a educação em valores. Finalmente, defender-se-á a idéia de que é necessária uma discussão sobre valores pelos diversos membros da escola e uma opção por uma metodologia para ensiná-los, seja os professores, em sua formação inicial e continuada, seja os alunos. A teoria de desenvolvimento moral de Jean Piaget será apresentada como uma referência possível para a educação em valores. Exemplos de situações escolares de conflito de valores entre direção, pais e alunos são discutidas para ilustrar como uma escola pode adotar um procedimento democrático de educação em valores, que se apresenta como um terceiro caminho possível de educação moral nas escolas, além das posições doutrinárias ou relativistas.

    19. A CORPOREIDADE NA ESCOLA

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Márcio Xavier Bonorino Figueiredo

      2008-07-01

      Full Text Available Com este estudo, visa-se a investigar como a escola tem construído um corporeidade para a submissão dos estudantes ao sistema de dominação vigente. Propõe-se, também, a descobrir a corporeidade expressa nas brincadeiras, jogos e desenhos das crianças. Realizaram-se observações do espaço escolar de uma sala de aula durante um ano letivo, bem como duas entrevistas com cada uma das crianças de uma turma de 1ª série do 1º grau, em uma escola pública de periferia. Constatou-se que a escola, através de uma série de normas, explícitas ou implícitas, vai construindo uma corporeidade baseada no individualismo, na massificação e nos privilégios de uma minoria. A análise das brincadeiras, jogos e desenhos infantis revelou que estes veiculam valores contrários àqueles impostos pela escola. Em vista disso, elaborou-se uma proposta incipiente de trabalho corporal que tenha nas brincadeiras, jogos e desenhos das crianças o seu ponto de partida para uma práxis transformadora.

    20. O SUBLIME NA MODERNIDADE

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Martha de Almeida

      2009-03-01

      Full Text Available A obra Uma investigação filosófica sobre a origem de nossas idéias do sublime e dobelo, do sensualista inglês Edmund Burke (1757, data as origens do sublime na Modernidade. Nosublime ocorre é um prazer ligado à dor, um "horror delicioso" que sentimos quando acreditamosque estamos em perigo sem que isso esteja ocorrendo realmente. Em O mundo como Vontade erepresentação Schopenhauer assume as influências que sofreu de Kant no que diz respeito à suainterpretação sobre o belo e o sublime, porém difere dele quanto à natureza dessa impressão. ParaSchopenhauer a experiência estética pressupõe a dissolução da subjetividade num movimento decontemplação das idéias livre do querer imposto pela vontade individual. As idéias deSchopenhauer influenciaram a estética do Nietzsche de O nascimento da tragédia.

    1. Ulogata na endoetelin-1 vo razvojot na dijabeticna nefropatija inducirana so streptozocin

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Jasmina Trojacanec

      2006-06-01

      Full Text Available Dijabeticnata nefropatija pretstavuva edna od hronicnite mikrovaskularni komplikacii na dijabetot, so multifaktorijalna i ne do kraj rasvetlena etiopatogeneza. So ogled na toa sto kaj pacientite so dijabet, osobeno kaj onie so dijabeticna nefropatija, se najdeni zgolemeni vrednosti na endotelin-1, se pretpostavuva deka istiot moze da ima znacajna uloga vo razvojot na dijabeticnata nefropatija. Osnovna cel na nasata studija bese da se detektiraat promenite vo plazmatskoto nivo na endotelin-1 po eksperimentalno induciran dijabet, i dijabeticna nefropatija kaj staorci so streptozocin. So ogled na dobro poznatite efekti na AKE-inhibitorite, vo ovaa studija go ispituvavme i vlijanieto na enalapril (AKE inhibitor na plazmatskite koncentracii na endotelin-1, kako i negovite efekti vo tretmanot na dijabeti~na nefropatija. Ednokratnata i.p. administracija na streptozocin (STZ predizvika signifikantno zgolemuvanje na plazmatskite koncentracii na endotelin-1, proprateni so jasno izrazeni simptomi i znaci na dijabeticna nefropatija (mikroalbuminurija, zgolemeni urinarni vrednosti na N-acetyl-fl-D-glucosamidase, zgolemeni serumski koncentracii na urea, poliurija. Cetiri nedelniot tretman so enalapril dovede do signifikantno namaluvanje na plazmatskite koncentracii na endotelin-1 i do podobruvanje na simtomite i znacite na dijabeticnata nefropatija. Dobienite rezultati potvrduvaat deka endotelin-1 moze da ima znacajna uloga vo razvojot i progresijata na dijabeticnata nefropatija, a AKE inhibitorite, odnosno enalapril, mozat da ja ublazat i usporat progresijata na dijabeticnata nefropatija

    2. Reflexão sobre a missão desafiadora do constructo marca-país na área de negócios internacionais

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Fabiana Gondim Mariutti

      2015-12-01

      Full Text Available A importância de uma marca-país promovida estrategicamente é um dos propósitos fundamentais em negócios internacionais. Cada nação tenta transmitir seus atributos internacionalmente - não apenas seus produtos e serviços, mas também a sua imagem geral. Além disso, pesquisas sobre o construto de marca-país estão sendo realizadas continuamente em institutos governamentais e ambientes acadêmicos e corporativos. As nações precisam se promover estrategicamente se desejam serem percebidas. Baseada nesta premissa, o objetivo desta reflexão teórica é abordar este constructo para delinear o desenvolvimento desta linha de pesquisa e propor um arcabouço teórica para pesquisas futuras. Este artigo também colabora para a compreensão da missão desafiadora do constructo marca-país, cujas estratégias podem ser aplicadas na prática e na teoria da disciplina. Este estudo conceptual complementa o estado-da-arte sobre as complexidades do construto de marca-país através da compreensão das filosofias-chave sobre o tema depois de traçar a sua evolução. A combinação de resultados ofereceu suporte para a elaboração de um quadro conceptual relacionado com as principais complexidades do construto de marca-país, os quais são os seguintes: natureza multifacetada; variedade de muitos grupos de stakeholders; envolvimento do governo; oportunidades interdisciplinares e multidisciplinares e potenciais modelos para marca-país. Assim, o artigo considera que as estratégias dinâmicas e funcionais de branding para uma marca-país proporcionam autenticidade às nações no cenário internacional de negócios e ao fazê-lo - esta missão desafiadora da marca-país beneficia a economia e o comércio internacional; desenvolve as relações diplomáticas e os avanços de pesquisa sobre marketing internacional; fomenta programas de intercâmbios acadêmicos e de ensino; por fim, avança na sustentabilidade nacional e global.

    3. Dificuldades da aprendizagem na leitura

      OpenAIRE

      Nascimento, Solange Oliveira; Trugillo, Edneuza Alves

      2011-01-01

      Este presente artigo propôs verificar os fatores que influenciam no desenvolvimento da aprendizagem na leitura dos alunos da 4º ano no Ensino Fundamental na Escola Municipal Armando Dias no município de Sinop/MT, cujo tema é dificuldade da aprendizagem na leitura. O objetivo do trabalho foi investigar as relações interpessoais em sala de aula e de que forma a professora introduz a leitura nos conteúdos dados aos alunos. Como fundamentação teórica, recorremos a vários autores, entre eles: Enri...

    4. SPOLNO NADLEGOVANJE NA DELOVNEM MESTU

      OpenAIRE

      Rubič, Gašper

      2016-01-01

      V diplomskem delu smo v uvodu predstavili problem spolnega nadlegovanja na delovnem mestu in predstavili podjetje TEKSTIL d.d. V nadaljevanju smo z anketo raziskali, ali problem spolnega nadlegovanja na delovnem mestu v obravnavanem podjetju obstaja in če, kako se nanj odziva okolje. V teoretičnem delu smo nadaljevali in predstavili definicijo spolnega nadlegovanja, ki je kakršna koli oblika nezaželenega verbalnega in neverbalnega ali fizičnega ravnanja spolne narave z učinkom ali nameno...

    5. Utilização de APPCC na indústria de alimentos Utilization of HACCP in food industry

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Larissa Lagoa Ribeiro-Furtini

      2006-04-01

      Full Text Available A busca e o aperfeiçoamento pela qualidade dos alimentos, por exigência de consumidores e mercado, aumentam a procura por sistemas que possam proporcioná-la e, que também, sejam efetivos não só no quesito sanitário, mas na redução de perdas e no aumento da competitividade. O sistema APPCC vem ao encontro da satisfação dessas exigências, por ser um programa que tem como filosofia a prevenção e, por trabalhar junto a outros já utilizados, não desperdiçando pré-investimentos, ou seja, aproveitando os investimentos feitos em outros programas. A implantação do APPCC satisfaz à legislação nacional e internacional, dando segurança e abrindo as portas para a exportação, porém, no Brasil, ainda existem algumas dificuldades para que este programa seja totalmente difundido e fiscalizado.Searching for high quality foods has increased on the last few years, mainly due to the higher consumers and market requirements. Such a situation has generated efforts from researchers in order to develop systems capable to ensure high standard food safety. Such a these systems must be effective not only concerning sanitary aspects but also aiming decreasing losses and increasing competitiveness as well. The HACCP system can effectively attain those requirements, by having as philosophy the prevention of hazards and working along with another programs previously utilized, such an action avoids unnecessary expenses with prior investments, for, it utilizes investments already made in other pre-existing programs. HACCP implementation meets both national and international legislation requirements, providing safeness and open opportunities for international food trading. However, in Brazil, there still are some difficulties concerning wide implementation and enforcement of the program.

    6. Os desafios atuais do estudo da subjetividade na Psicologia The contemporary challenges of the study of the subjectivity in psychology

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Leon Crochík

      1998-01-01

      Full Text Available O objetivo deste ensaio é o de apontar para alguns dos elementos básicos que devem ser considerados no estudo da subjetividade pela Psicologia. Para isso, delineia os limites do objeto de estudo da Psicologia, ressaltando a sua constituição a partir da mediação social. Utiliza-se de reflexões presentes na obra dos pensadores da Escola de Frankfurt, em particular Adorno, Horkheimer e Marcuse, para mostrar a relação entre a constituição da subjetividade e a idéia de formação. Defende-se a idéia de que, para estudar a subjetividade, é necessário, para o psicólogo, além de seu saber específico, o conhecimento de noções de filosofia e sociologia, relacionadas com o seu objeto, e um bom contato com a literatura e com a arte de uma forma geral.The objective of this essay is to indicate some of the basic elements which should be considered within the study of the subjectivity by Psychology. In order to do this, the limits of the object of study of Psychology have been outlined, highlighting its constitution originating from social mediation. The article utilizes itself of contemporary reflections in the works of theorists of the School of Frankfurt, having a particular emphasis on Adorno, Horkheimer, and Marcuse to demonstrate the relation between the constitution of subjectivity and the idea of formation. Herein the idea that in order to study subjectivity, it is necessary for the psychologist not only his specific knowledge but also the understanding of philosophical and sociological notions related to his objective as well as a thorough contact with literature and art.

    7. Studies on NaXe Clusters

      Institute of Scientific and Technical Information of China (English)

      2001-01-01

      The chemical shift of 23Na in excimer NaXe was measured by using nuclear magnetic resonance (NMR) spectra, which is in good agreement with the theoretical value obtained by ab initio calculations. The bond length, dissociation energy, dipole of NaXe and Mulliken charges at Na and Xe in NaXe were calculated, respectively. The spectra of ultraviolet (UV) fluorescence and surface-enhanced Raman scattering of NaXe were also measured.

    8. Na via do Behemoth

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Gérard Rabinovitch

      2008-06-01

      Full Text Available O momento nazista permanece um enigma impensado de que a cultura contemporânea continua cativa. O autor levanta a hipótese de que a persistência desse enigma e seus estragos duráveis se devem à insistência dos pensamentos político, sociológico e filosófico em construírem o nazismo à luz da metáfora hobbesiana do Leviatã. Propõe retomar a questão do nazismo sob a perspectiva do Behemoth, antônimo do Leviatã. Para tanto, sugere a necessidade de retornar a Freud e à psicanálise, balizas de um possível novo pensamento do político que escrutine a destrutividade nazista. Propõe ainda sondar as homologias entre nazismo, corjas e máfias, com base na figura da " heroicização da violência" que lhes seria comum. E avança um modelo " econômico" : a quimera, suscetível de capturar o caráter heterotópico e heterocrônico de sua construção criminosa.The paths of Behemoth. The Nazi moment remains as the thoughtless enigma of which contemporary culture is still captive. The author raises the hypothesis where the persistency of this enigma and its durable damages are due to the insistence of the political, social and philosophical thoughts in building the Nazism at the view of the Hobbesian metaphor of Leviathan. It is here proposed to resume the Nazism matter under Behemoth's perspective, antonym to Leviathan. For such, it is suggested a necessity to look back at Freud and the psychoanalysis, structured by a possible new political thought which scrutinizes the destructivity of the Nazism. It is also here proposed to gaze at the homologies between Nazism, mafias and gangs, with a base in the figure of " violence as a heroically act" that are their common ground. The author also advances an economical model: the chimera susceptible to capture the heterotopic and heterochronic character of its criminal construction.

    9. Results from NA61/SHINE

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Unger M.

      2013-06-01

      Full Text Available In this paper we summarize recent results from NA61/SHINE relevant for heavy ion physics, neutrino oscillations and the interpretation of air showers induced by ultra-high energy cosmic rays.

    10. Risbjerg: Historisk stemmeskred med NA

      DEFF Research Database (Denmark)

      Thomsen, Søren Risbjerg

      2007-01-01

      ANALYSE: NA flytter 12,3 pct. af stemmerne i majs meningsmålinger - historisk mange vælgere på en måned, skriver professor Risbjerg. Udgivelsesdato: 3. juni 2007......ANALYSE: NA flytter 12,3 pct. af stemmerne i majs meningsmålinger - historisk mange vælgere på en måned, skriver professor Risbjerg. Udgivelsesdato: 3. juni 2007...

    11. Na+ recirculation and isosmotic transport.

      Science.gov (United States)

      Larsen, E H; Møbjerg, N

      2006-01-01

      The Na(+) recirculation theory for solute-coupled fluid absorption is an expansion of the local osmosis concept introduced by Curran and analyzed by Diamond & Bossert. Based on studies on small intestine the theory assumes that the observed recirculation of Na(+) serves regulation of the osmolarity of the absorbate. Mathematical modeling reproducing bioelectric and hydrosmotic properties of small intestine and proximal tubule, respectively, predicts a significant range of observations such as isosmotic transport, hyposmotic transport, solvent drag, anomalous solvent drag, the residual hydraulic permeability in proximal tubule of AQP1 (-/-) mice, and the inverse relationship between hydraulic permeability and the concentration difference needed to reverse transepithelial water flow. The model reproduces the volume responses of cells and lateral intercellular space (lis) following replacement of luminal NaCl by sucrose as well as the linear dependence of volume absorption on luminal NaCl concentration. Analysis of solvent drag on Na(+) in tight junctions provides explanation for the surprisingly high metabolic efficiency of Na(+) reabsorption. The model predicts and explains low metabolic efficiency in diluted external baths. Hyperosmolarity of lis is governed by the hydraulic permeability of the apical plasma membrane and tight junction with 6-7 mOsm in small intestine and < or = 1 mOsm in proximal tubule. Truly isosmotic transport demands a Na(+) recirculation of 50-70% in small intestine but might be barely measurable in proximal tubule. The model fails to reproduce a certain type of observations: The reduced volume absorption at transepithelial osmotic equilibrium in AQP1 knockout mice, and the stimulated water absorption by gallbladder in diluted external solutions. Thus, it indicates cellular regulation of apical Na(+) uptake, which is not included in the mathematical treatment.

    12. MAIN INFLUENCES ON PLATONIC ONTOLOGY OF THE MIDDLE DIALOGUES PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS NA ONTOLOGIA PLATÔNICA DOS DIÁLOGOS INTERMEDIÁRIOS

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      José Lourenço Pereira da Silva

      2011-03-01

      Full Text Available The platonic ontology as known through the Phaedo and Republic is centered on the hypothesis of the intelligible Forms, that is, the platonic Socrates' belief that there are ontologically independent entities such as "the beautiful itself", "the good itself", "the equal itself" etc., of which all empirical things participate thereby receiving the properties they exhibit. Clearly, the main philosophical influences on this doctrine are pre-Socratic philosophy, the sophistic and Socrates' thought. The aim of this paper is to present which ideas or philosophical questions led Plato to postulate the Forms.

      A ontologia platônica, como conhecida a partir do Fédon e da República, está centrada na hipótese das Formas inteligíveis, ou seja, a crença defendida pelo Sócrates platônico na existência de entidades ontologicamente independentes, “o belo em si”, “o bem em si”, “o igual em si”, etc., das quais as coisas empíricas participam recebendo por isso as propriedades que exibem. Notoriamente, as principais influências filosóficas dessa doutrina são a filosofia pré-socrática, a sofística e o pensamento de Sócrates. O objetivo deste artigo é mostrar que ideias ou questões filosóficas levaram Platão a postular as Formas.

    13. Dificuldades da aprendizagem na leitura

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Solange Oliveira Nascimento

      2011-07-01

      Full Text Available Este presente artigo propôs verificar os fatores que influenciam no desenvolvimento da aprendizagem na leitura dos alunos da 4º ano no Ensino Fundamental na Escola Municipal Armando Dias no município de Sinop/MT, cujo tema é dificuldade da aprendizagem na leitura. O objetivo do trabalho foi investigar as relações interpessoais em sala de aula e de que forma a professora introduz a leitura nos conteúdos dados aos alunos. Como fundamentação teórica, recorremos a vários autores, entre eles: Enrique Cártula Fita, Elisabete da Assunção Jóse, Jésus Alonso Tapia, Maria Tereza Coelho e Ruth Caribe da Rocha Drouet. A metodologia usada consistiu na pesquisa qualitativa, no estudo de caso e questionário com perguntas abertas e fechadas aplicadas à professora e três alunos que estão com dificuldades na leitura. Através dos relatos dos sujeitos realizamos um estudo analítico confrontando os dados da pesquisa com os autores principais que fundamentam a mesma. O presente trabalho pretende contribuir e mostrar ao professor em sala de aula a importância de incentivar os alunos a aprenderem a ler com prazer motivando-os a despertar o interesse e gosto pela leitura. Os resultados da investigação revelam que a professora pesquisada está ciente de seu papel e procura meios para enfrentar os problemas existentes em sala de aula, em especial às dificuldades da aprendizagem na leitura e os alunos percebem a importância da leitura e tem vontade em avançar nesse aprendizado.Palavras-chave: educação; dificuldades na aprendizagem. professor; aluno; sala de aula.

    14. Na Deposition on MnO(100)

      Science.gov (United States)

      Feng, Xu; Cox, David F.

      2016-03-01

      Na deposition on the MnO(100) surface was investigated by temperature programmed desorption (TPD), X-ray photoelectron spectroscopy (XPS) and low energy electron diffraction (LEED). Na TPD and XPS results indicate that adsorbed Na interacts strongly with the MnO substrate to form an irreversibly-adsorbed, oxidic Na compound on the surface for coverages up to 1 monolayer (ML). This strongly-bound Na diffuses into the MnO subsurface and bulk at elevated temperatures above 500 K. For Na coverages above 1 ML, metallic Na is present and desorbs from the surface below 500 K. The deposition of Na on MnO(100) follows a Stranski-Krastanov (SK) growth mode, with the formation of metallic Na islands following completion of the first Na monolayer. After Na deposition, the surface exhibits a diffuse (1 × 1) LEED pattern, suggesting the formation of disordered Na overlayers. After heating to 1000 K, the surface presents a (2 × 2) LEED pattern indicating that a surface reconstruction is induced by the diffusion of Na into the near surface region. CO2 can be used as a probe molecule in TPD to distinguish between metallic Na islands and oxidic Na in the first ML, and to indicate when Na that is still observable by XPS goes subsurface.

    15. Jezična analiza lista Naš glas

      OpenAIRE

      2015-01-01

      U radu se analizira jezik Našega glasa (list „Riviere“ – radne organizacije za ugostiteljstvo, turizam, trgovinu i proizvodnju) koji je izlazio u Poreču od 1969. do 1982. godine. Nakon kratkoga osvrta na strukturu, sadržaj i ulogu toga lista te njegov značaj za stanovništvo lokalne zajednice, slijedi prikaz jezičnih zbivanja u vrijeme njegova izlaženja. U žarištu su istraživanja pravopisne, morfološke, sintaktičke, tvorbene, leksičke i stilske karakteristike lista. Rezultati istraživanja poka...

    16. All new for NA62

      CERN Multimedia

      Antonella Del Rosso

      2012-01-01

      This week sees the start of the first run of the new NA62 experiment. This will be a unique opportunity for the collaboration to test its new beam, new detectors and new data acquisition system before the physics run in 2014. Speaking to the Bulletin, the NA62 technical coordinator Ferdinand Hahn shares the many challenges that the various teams faced to be on time for beam. Ready, steady, start!   A Large Angle Veto detector (white) in place in the NA62 decay volume (blue). With components from almost all the detectors in place downstream of the decay point of the mother particles – the kaons – and of the KTAG detector that tags the kaons before they decay, NA62 is ready for its first technical run. This unique run will test all the equipment as well as the trigger and the data acquisition systems. “This year, we will have about five weeks of beam from the SPS before the long shutdown of all the CERN machines,” says Ferdinand Hahn, NA62 Technical Co-...

    17. Corpo e sexualidade na gravidez

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Natalúcia Matos Araújo

      2012-06-01

      Full Text Available Estudo etnográfico que teve como objetivo compreender como as gestantes vivenciam os processos fisiológicos do seu corpo durante a gestação e a sua repercussão na sexualidade. A pesquisa envolveu sete mulheres residentes em bairro popular de São Paulo. Na coleta de dados, utilizou-se observação participante e entrevista com questões norteadoras. Os dados foram apresentados na forma de narrativa e posteriormente organizados nas categorias: Percebendo as transformações corporais; Convivendo com as mudanças no corpo; Sentimentos e sensações na vida sexual durante a gestação e imaginando o corpo e a sexualidade após a gestação. As mulheres referiram-se às transformações do corpo como desconfortos e expressaram a preocupação de que fossem definitivas. Expressaram o desejo de que, após o parto, o corpo volte a ser como era e que volte a sentir desejo sexual. O reconhecimento destes fatos constitui-se numa ferramenta primordial na adequação das práticas profissionais.

    18. A formação clínica e a produção do cuidado em saúde e na enfermagem Clinical training and the production care in health and nursing

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Alcivan Nunes Vieira

      2011-06-01

      Full Text Available Este ensaio propõe uma discussão sobre a clínica na prática e na formação acadêmica da enfermagem com base em referenciais teórico-conceituais situados no campo da filosofia, tendo como pistas as relações de poder, saber e subjetividade presentes no encontro entre os sujeitos implicados com a produção do cuidado em saúde e com a formação acadêmica. A clínica na enfermagem foi impregnada pelo referencial biomédico, o que lhe conferiu alguns atributos que condicionaram sua prática: a pretensa neutralidade nas relações entre quem cuida e quem é cuidado, bem como a objetificação dos sujeitos, dos problemas e das necessidades de saúde que limita o olhar e as possíveis intervenções elaboradas no sentido de atendê-las. Nesta perspectiva, estas se pautam na compreensão da doença apenas em sua dimensão orgânica. Encontramos na filosofia espinosista a clínica como um encontro potencializador dos sujeitos, espaço de recriação e ressignificação da vida. Em Epicuro, esse encontro produz também desvios, movimentos aversos a estaticidade e apatia. Partindo dessas concepções, entendemos que a reconstrução da prática clínica no trabalho do enfermeiro passa necessariamente pela reconstrução das relações entre os sujeitos envolvidos na formação e pela produção de dispositivos mobilizadores de subjetividadesThis essay proposes a discussion on the practice and academic training in nursing based on theoretical and conceptual references in the field of philosophy, taking as cues the relationships of power, knowledge, and subjectivity in the meeting between the subjects involved with the production of health care and academic education. The nursing practice was impregnated by biomedical references, which conferred it a few attributes that have imposed limitations on it: the supposed neutrality in the relationships between those who provide care and those who are cared for, the problems and needs in health that limit

    19. Uma conversa com Paul Standish sobre os trail-effects da psicologia e a “cultura da auditoria” na educação

      Directory of Open Access Journals (Sweden)

      Cristiane Maria Cornelia Gottschalk

      2015-12-01

      Full Text Available Resumo Em tempos tão sombrios para a pesquisa educacional em várias partes do mundo, em que educadores e pesquisadores estão submetidos a uma cultura de auditoria cada vez mais implacável, tivemos o privilégio de entrevistar um dos poucos filósofos que, de uma perspectiva filosófica, questionam esse tipo de gestão educacional: Paul Standish, professor e diretor do Centro de Filosofia da Educação do Instituto de Educação da Universidade de Londres (University College London Institution of Education. Uma de suas principais críticas incide sobre o transporte abusivo de procedimentos contábeis, característicos do campo da administração, para a proposição de políticas educacionais que visariam a uma equivalente “transparência contábil”. Recorre a filósofos como Wittgenstein e Austin, entre outros, para desconstruir o mito da transparência da prestação de contas no campo da educação quando são adotadas medidas avaliativas e de gestão pretensamente objetivas e eficientes, mas que, na verdade, têm tido como resultado a imposição de modelos empíricos de comportamento e de pensamento extremamente reducionistas e dogmáticos. Segundo ele, boa parte desses modelos é oriunda da psicologia, a qual, mesmo tendo alterado substancialmente seus aparatos teóricos como também suas práticas ao longo das últimas décadas, trouxe crenças iniciais que deixaram o que Paul Standish denomina detrail-effects* no imaginário do senso comum, os quais agem sub-repticiamente na base da cultura de auditoria que vem se instaurando no campo da educação. Ao longo da entrevista, Standish também aborda questões relativas ao lugar da filosofia analítica na educação, com suas diferentes vertentes; questiona o modo como o pós-estruturalismo tem sido apropriado pela pesquisa educacional; critica o uso da expressão ciência da educação, quando se desconsidera o fato de que as questões mais fundamentais da educação não podem ser

    20. gigapanorama of NA 62 cavern

      CERN Multimedia

      Brice, Maximilien

      2015-01-01

      The image shows the new rare Kaon decay experiment at CERN, called NA62. The NA62 experiment is 270 metres long and includes a 120-metre-long vacuum tank, shown here, housing several of the particle detectors. (Note: the experiment axis is a straight line, the curving of the tank is an optical effect of the photo.) Kaons are particles that decay into lighter elementary particles. The kaon decay processes are mostly well known, except for some very rare decay modes. For example, NA62 is investigating a rare decay predicted by the Standard Model in which a kaon decays into one pion and two neutrinos. This process occurs only once every 10 billion decays. The understanding of such ultra-rare decays are of great importance because they test the Standard Model in energy ranges not accessible by direct measurements. They are therefore complementary to the measurements at the LHC. ultra high definition on demand (photolab@cern.ch).