WorldWideScience

Sample records for hiv positivos em

  1. Mycetoma in an HIV-infected patient Mycetoma em paciente HIV positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz G. M. Castro

    1999-10-01

    Full Text Available Although oportunistic fungal infections occur commonly in immunocompromised hosts, mycetoma has never been reported in association with HIV infection. The authors present a case that to their knowledge is the first reported case of mycetoma associated with HIV infection. Diagnosis was confirmed by direct examination of grains and histologic examination. Precise identification of the agent, an actinomycete, was not possible. The unusual site of infection may probably be related to the use of contaminated needless and sirynges for HIV drug injection.Os autores relatam um caso de actinomicetoma em pacientes HIV positivo. Apesar das infecções fúngicas oportunistas serem freqüentemente observadas em pacientes infectados pelo HIV, a associação com micetoma nunca foi descrita. O diagnóstico foi confirmado pelo exame micolígico direto de grãos obtidos da secreção e de exame anátomo-patológico. Não foi possível identificar o agente, mas as características sugerem tratar-se de actinomiceto. Os autores acreditam que a localização no membro superior possa estar relacionada com o uso de seringas e agulhas contaminadas para injeção de drogas EV.

  2. Oncogenicidade do papilomavírus humano e o grau de neoplasia intra-epitelial anal em doentes HIV positivo

    OpenAIRE

    Carmen Ruth Manzione; Sidney Roberto Nadal; Edenilson Eduardo Calore

    2004-01-01

    OBJETIVO: Avaliar se o grau de neoplasia intra-epitelial anal (NIA) está associado ao tipo do HPV em doentes HIV positivo, já que esses apresentam imunodepressão durante longos períodos. MÉTODOS: Identificamos os tipos do HPV, pelo método da reação em cadeia da polimerase (PCR), e realizamos exame anatomo-patológico para avaliar o grau de NIA em 39 homens HIV positivo portadores de condilomas acuminados perianais. RESULTADOS: Observamos NIA de alto grau em nove (23,1%) e NIA de baixo grau em ...

  3. Avaliação do consumo alimentar em pacientes HIV positivos com lipodistrofia = Evaluation of the food consumption in patients with positive HIV lipodystrophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cavalcanti, Claudia Daniele Tavares Dutra

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar o perfil do consumo alimentar dos pacientes HIV positivos com lipodistrofia. Materiais e Métodos: Estudo transversal, descritivo, realizado no ano de 2010 em pacientes HIV positivos com lipodistrofia em uso de terapia antirretroviral, atendidos em um Hospital de Referência do Norte do Brasil, na cidade de Belém- Pará. Foram coletados dados sóciodemográficos e de consumo alimentar. Para o consumo alimentar utilizou-se o método recordatório de 24hs, aplicado em dois dias úteis da semana e um no final da semana. Resultados: Foram avaliados 39 pacientes. A análise da composição da dieta em relação aos macronutrientes mostrou um consumo adequado em calorias e lipídios, entretanto com níveis elevados de proteínas (>15% e insuficiente de carboidratos (52mg. O colesterol presente na dieta foi excessivo (>200mg em ambos os sexos. Conclusão: A dieta consumida pelos pacientes lipodistróficos apresentou inadequação em relação aos macronutrientes e micronutrientes, portanto havendo necessidade de um acompanhamento nutricional

  4. Co-infecção por HPV em paciente HIV positivo: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Borges Coscia

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: O Brasil presencia aumento de doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, favorecendo a correlação do vírus da imunodeficiência humana (HIV com o papiloma vírus humano (HPV, pois os fatores de risco são similares. A relevância para a co-infecção se faz pela imunossupressão do HIV, possibilitando a infecção e a rápida evolução das lesões cervicais. Porém estudos indicam que pacientes soropositivas tratadas com a terapia antirretroviral de alta atividade apresentam história natural semelhante às mulheres soronegativas. O rastreamento segundo as Diretrizes Americanas e Brasileiras tem mesma recomendação: o citopatológico deve ser realizado em HIV-positivas após o início da vida sexual, semestralmente no primeiro ano e, se normais, anualmente. No entanto as Diretrizes Americanas indicam a realização de citologia e colposcopia a cada 6 meses em pacientes com CD4 < 200 células/mm. Descrição de Caso: E.P.S, feminino, 29 anos, HIV +, em uso de terapia antirretroviral. Foi encaminhada ao serviço por colpocitologia compatível com Lesão Intra Epitelial de Baixo Grau e biópsia compatível com NIC II, sendo indicado a conização para excisão e diagnóstico da lesão. Foi realizada Cirurgia de Alta Frequência (CAF. Houve a retirada de cone de colo uterino de dimensões 3,0x2,3x0,9cm. O anatomopatológico indicou: Lesão Intra Epitelial Cervical de Alto Grau (BETHESDA com presença de margens livres. Discussão: A conduta da unidade primária está de acordo com as diretrizes brasileiras, que diz: em mulheres imunossuprimidas, qualquer anormalidade citológica deve ser realizada a colposcopia. A terapêutica para a NIC II é a conização. Um estudo mostra que o cone poderá variar de 10 a 14mm considerando-se percentuais de chance de margens livres de 84% a 97%, respectivamente. Na CAF realizada, o cone mediu 9 mm. A recorrência/ persistência de NIC ocorre mais frequentemente em mulheres com margens

  5. Histiocytic necrotizing lymphadenitis (Kikuchi lymphadenitis in an HIV-positive patient Linfadenite necrosante histiocítica (linfadenite de Kikuchi em um paciente HIV-positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José VASSALLO

    2002-10-01

    Full Text Available Histiocytic necrotizing lymphadenitis, or Kikuchi's lymphadenitis (KL, is an unusual form of lymphadenitis, generally with self-limited clinical course. KL has been reported in rare patients infected with the human immunodeficiency virus (HIV. Pathogenesis of the lesion is probably related to an impaired immune function. The purpose of the present article is to report on one case in which KL was diagnosed in an HIV-infected patient. Histomorphology and immunophenotype were similar to previous reports, but a focus of activated CD30+ macrophages was seen, what might be due to the immunological status of the patient. EBV was not detected on the sections using the in situ hybridization technique. Although rare, the occurrence of KL in HIV-infected subjects must be emphasized, because of the potential misdiagnosis of malignancy, especially in the presence of CD30+ cells.A linfadenite necrosante histiocítica, ou linfadenite de Kikuchi (LK, é uma forma rara de linfadenite, geralmente de curso clínico auto-limitado. Raros casos de LK associados à infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV foram relatados, sendo sua patogênese atribuída à disfunção imunológica destes pacientes. O objetivo do presente artigo é relatar um caso de associação de LK em um paciente HIV-positivo. A histomorfologia e a imunofenotipagem foram semelhantes aos casos anteriormente descritos na literatura, mas focos de macrófagos ativados positivos para o CD30 foram vistos, o que pode ser devido ao estado imune do paciente. A pesquisa de EBV por hibridização in situ foi negativa no tecido. Embora rara, a ocorrência de LK em pacientes HIV-positivos deve ser lembrada, por causa do potencial erro diagnóstico com linfoma maligno, especialmente na presença de células CD30+.

  6. Condiloma acuminado anal com ovos de Schistosoma mansoni em paciente HIV-positivo Condilomata acuminata with Schistosoma eggs in HIV-positive patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Pirani Carneiro

    2007-06-01

    Full Text Available Condiloma acuminado e ovos de Schistosoma são freqüentemente encontrados na região anal, mas não há nenhum caso descrito de associação dessas doenças nessa região. No colo uterino a associação de infecção por HPV (vírus do papiloma humano e ovos de Schistosoma em paciente HIV (vírus da imunodeficiência humana-positivo já foi relatada e há evidências de que essa associação possa alterar a história natural dessas doenças. Assim como no colo uterino, é possível que essa interação também ocorra na região anal. Nosso objetivo, portanto, é relatar um caso de condiloma anal em paciente HIV-positivo, que foi submetido a ressecção cirúrgica e que apresentou no exame histopatológico numerosos ovos de Schistosoma mansoni.Condilomata acuminata and Schistosoma eggs are frequently found in the anal region, but there is no report about the association of these diseases in this region. The association of HPV infection and Schistosoma eggs in an HIV-positive patient was found in uterine cervix and there is evidence suggesting that this association can alters the natural history of these diseases. Like in the cervix, it is possible that this interaction also occurs in the anal region. So, we report a case of anal Condilomata acuminata, in an HIV-positive patient, that was ressected and contained on histopathologic examination, multiple Schistosoma eggs.

  7. Avaliação do consumo alimentar em pacientes HIV positivos com lipodistrofia Evaluation of the food consumption in patients with positive HIV lipodystrophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Daniele Tavares Dutra

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar o perfil do consumo alimentar dos pacientes HIV positivos com lipodistrofia. Materiais e Métodos: Estudo transversal, descritivo, realizado no ano de 2010 em pacientes HIV positivos com lipodistrofia em uso de terapia antirretroviral, atendidos em um Hospital de Referência do Norte do Brasil, na cidade de Belém- Pará. Foram coletados dados sóciodemográficos e de consumo alimentar. Para o consumo alimentar utilizou-se o método recordatório de 24hs, aplicado em dois dias úteis da semana e um no final da semana. Resultados: Foram avaliados 39 pacientes. A análise da composição da dieta em relação aos macronutrientes mostrou um consumo adequado em calorias e lipídios, entretanto com níveis elevados de proteínas (>15% e insuficiente de carboidratos (<50%. O consumo dos micronutrientes foi inadequado em relação às fibras, vitamina A, cálcio e ferro (<20 mg, <915µg, <1.525mg e <20mg, respectivamente. O consumo de vitamina C foi inadequado para os homens (<76mg, entretanto excessivo para as mulheres (>52mg. O colesterol presente na dieta foi excessivo (>200mg em ambos os sexos. Conclusão: A dieta consumida pelos pacientes lipodistróficos apresentou inadequação em relação aos macronutrientes e micronutrientes, portanto havendo necessidade de um acompanhamento nutricional.Objective: To identify the dietary intake profile of HIV positive patients with lipodystrophy. Materials and Methods: This is a cross-sectional, descriptive study, conducted in 2010 with HIV-infected patients with lipodystrophy using antiretroviral therapy. Patients were recruited in a reference Hospital of Northern Brazil, in Belem-Para. We have collected socio-demographic and food intake related data. To evaluate the food consumption, we have used a 24 hour recordatory method, applied in two week days and one day in the weekend. Results: We have evaluated 39 patients. Diet composition analysis in relation to macronutrients showed an

  8. Human parvovirus B19 infection in HIV-positive patients Infecção por parvovirus humano B19 em pacientes HIV-positivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio S. Aguiar

    2001-06-01

    anemia é um achado infreqüente em nossos pacientes HIV positivos sob terapia medicamentosa.

  9. Síndrome de Parsonage-Turner em paciente HIV positivo Parsonage-Turner syndrome in HIV seropositive patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acir Rachid

    2005-02-01

    Full Text Available A síndrome de Parsonage-Turner é uma desordem rara de etiologia ainda indeterminada, contudo com fortes evidências de associação a infecções virais inclusive pelo vírus HIV, que afeta a cintura escapular e desencadeia dor e fraqueza da musculatura do ombro e da extremidade superior. O diagnóstico raramente é feito no início do quadro e poucos exames laboratoriais podem ser úteis, com destaque para a eletroneuromiografia. Seu tratamento é basicamente observacional e de controle dos sintomas e a recuperação é esperada na maioria dos pacientes. Por se tratar de uma enfermidade rara e de difícil diagnóstico clínico, os autores relatam o caso de um paciente com quadro clínico laboratorial compatível com a síndrome de Parsonage-Turner associada à soropositividade ao vírus da imunodeficiência adquirida.Parsonage-Turner syndrome is a rare disorder of unknown etiology, nevertheless with high evidences of association with viral infections, including HIV, which affects the shoulder girdle and unleash pain and weakness of the shoulder and upper extremity. The diagnosis is rarely made in acute setting and few diagnostic tests are helpful, except for electroneuromyography. The treatment is basically supportive and full recovery is expected in most patients. For being a rare ailment allied with difficult diagnosis, the authors report a case of a patient with clinical and laboratorial findings of Parsonage-Turner syndrome associated with acquired immunodeficiency virus seropositivity.

  10. Efeito dos antioxidantes ascorbato e n-acetil-cisteína associados à terapia antirretroviral em pacientes HIV positivos

    OpenAIRE

    Cunha, Joel da

    2005-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) resulta em alterações efetivas e complexas no sistema imunológico, caracterizada por uma depleção de linfócitos CD4+, as quais acompanham o aumento progressivo dos níveis plasmáticos da carga viral. Entre os mecanismos envolvidos nesta progressão, está a produção de espécies reativas de oxigênio (EROs), pr...

  11. The frequency of peripheral neuropathy in a group of HIV positive patients in Brazil Freqüência da neuropatia periférica no Brasil em um grupo de pacientes HIV positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Zanetti

    2004-06-01

    Full Text Available Peripheral neuropathy is a common neurological complication occurring in asymptomatic and symptomatic stages of HIV infection. The most common syndromes are distal symmetric polyneuropathy, inflammatory demielinating polyneuropathy, poliradiculopathy, mononeuropathy, mononeuropathy multiplex and autonomic neuropathy. PURPOSE: To evaluate the frequency of peripheral neuropathy in a group of HIV seropositive outpatients in São Paulo, Brazil. METHOD: Over a period of 17 months, 49 HIV+ patients where evaluated clinically. Laboratory analysis and electroneuromyography were requested to all patients. RESULTS: >Thirty four (69.4% of the 49 patients had the diagnosis of peripheral neuropathy established on clinical grounds. The most common sign was impairment (97.1% of sensibility. Thirteen (33.3% of the 39 that were subjected to electroneuromyography had features of peripheral neuropathy, being a sensitive-motor axonal neuropathy the most common. No abnormalities were found in the laboratory analysis performed in 42 patients, except in four who had VDRL positive. CONCLUSION: A peripheral neuropathy was frequently found upon clinical examination in our group of HIV positive individuals.A neuropatia periférica é complicação neurológica comum, podendo ocorrer nas fases assintomáticas e sintomáticas da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. As síndromes mais comuns são a polineuropatia distal simétrica, polineuropatia desmielinizante inflamatória, polirradiculopatia, mononeuropatia, mononeuropatia múltipla e neuropatia autonômica. OBJETIVO: Avaliar a freqüência da neuropatia periférica em um grupo de pacientes HIV positivo em São Paulo, Brasil. MÉTODO: Em um período de 17 meses, foram avaliados clinicamente 49 pacientes HIV positivos. Foram solicitados exames laboratoriais e eletroneuromiografia (ENMG para todos os pacientes. RESULTADOS: Foi estabelecido o diagnóstico clínico de neuropatia periférica em 34 (69

  12. Oncogenicidade do papilomavírus humano e o grau de neoplasia intra-epitelial anal em doentes HIV positivo Human papillomavirus oncogenicity and grade of anal intraepithelial neoplasia in HIV positive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Ruth Manzione

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se o grau de neoplasia intra-epitelial anal (NIA está associado ao tipo do HPV em doentes HIV positivo, já que esses apresentam imunodepressão durante longos períodos. MÉTODOS: Identificamos os tipos do HPV, pelo método da reação em cadeia da polimerase (PCR, e realizamos exame anatomo-patológico para avaliar o grau de NIA em 39 homens HIV positivo portadores de condilomas acuminados perianais. RESULTADOS: Observamos NIA de alto grau em nove (23,1% e NIA de baixo grau em 30 doentes (76,9%. Os tipos virais mais observados foram os não oncogênicos 6 e 11 em 64% e os oncogênicos 16, 18 e 31 em 20,5%. Não identificamos o tipo viral em quatro doentes (10,2%, embora o teste revelasse a presença do DNA viral. Comparando o padrão histológico e os tipos virais, observamos que os tipos não oncogênicos do HPV também podem estar associados ao desenvolvimento de NIA de alto grau. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos nas condições de execução deste estudo permitem concluir que tanto os tipos oncogênicos como os não oncogênicos de HPV podem estar associados ao desenvolvimento de NIA de alto grau em doentes HIV positivo.OBJECTIVE: We decided to evaluate if grade of anal intraepithelial neoplasia (AIN was associated to the HPV type in HIV positive patients, since this group of patients has immunodeficiency over long periods. We identified HPV types by PCR (polimerase chain reaction and histological examination to determine the AIN grade in 39 HIV positive males with anal condylomata acuminata. RESULTS: We observed high grade AIN (HAIN in 9 (23.1 percent and low grade AIN (LAIN in 30 patients (76.9 percent. The most frequent HPV types were 6 and 11 (64 percent and oncogenic types 16, 18 and 31 appeared in 20.5 percent of patients. We could not identify viral type in four patients (10.2 percent despite tests revealing presence of viral deoxiribonucleic acid. Comparing AIN grades with viral types we observed that non

  13. CARACTERIZAÇÃO DE GESTANTES COM TESTE RÁPIDO POSITIVO PARA HIV EM FORTALEZA-CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LÉA MARIA MOURA BARROSO

    2007-01-01

    Full Text Available El objetivo fue describir a las gestantes sometidas al test rápido para detectar VIH/SIDA en una maternidad de Fortaleza- CE, en relación a las características sociodemográficas y clínicas. Estudio transversal del tipo documental retrospectivo, con trece gestantes sometidas al test rápido y con resultado positivo para VIH/SIDA en el periodo de abril de 2002 a abril de 2004. El promedio de edad de las gestantes era 26,2 años; el 61,5% estudió entre cuatro a siete años; el 69,2 % era de la capital y el 30,8 % del interior; el 53,8 % ama de casa; el 54,0 % con cuatro a siete consultas de prenatal; el 46,2 % fue diagnosticada antes del parto; el 84,6 % recibió profilaxis solamente en el parto; el 46,0% tuvo bolsa rota hasta cuatro horas antes del parto; el 77,0% parto quirúrgico y el 100% de los recién nacidos recibió el jarabe de AZT en las primeras dos horas de vida. Se concluye que la institución garantizó la reducción del riesgo de contaminación del recién nacido, sin embargo se percibió deficiencia en los servicios que ofrecieron atención antes del parto.

  14. Lesões anorretais em pacientes HIV positivos usuários de terapia anti-retroviral de alta efetividade Anorrectal lesions in HIV-positive patients using highly active antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Retamozo-Palacios

    2007-06-01

    Full Text Available As lesões anorretais são comuns nos pacientes positivos para o vírus da imunodeficiência humana. A terapia antirretroviral de alta efetividade tem pouca influência na progressão das neoplasias anais. Estudou-se a prevalência das lesões anorretais em 88 pacientes HIV positivos atendidos no serviço de doenças infecto-parasitárias do Hospital Universitário de Brasília, em uso de terapia antirretroviral de alta efetividade. Dados sócio-demográficos foram coletados usando um questionário pré-elaborado e os pacientes foram submetidos a exame proctológico. Cerca de 71% relataram coito anal e 30,7% estavam em uso de inibidor de protease. A prevalência das lesões anorretais foi 36,4%, sendo as mais freqüentes: condiloma acuminado e fissura anal. O condiloma acuminado foi a lesão anorretal mais prevalente e teve associação com o uso de lopinavir/ritonavir. Sugere-se o rastreamento das lesões anorretais causadas pelo papilomavírus humano nos pacientes HIV positivos/AIDS em uso de inibidor de protease.Anorectal lesions are common in patients with human immunodeficiency virus (HIV. Highly active anti-retroviral therapy (HAART has little influence on the progression of anal neoplasms. The prevalence of anorectal lesions in 88 HIV-positive patients attended at the infectious diseases service of the University Hospital of Brasília who were using HAART was studied. Sociodemographic data were collected using a pre-prepared questionnaire and then the patients underwent proctological examination. Around 71% of the patients said they practiced anal intercourse. 30.7% were using a protease inhibitor. The prevalence of anorectal lesions was 36.4%, and condyloma acuminata and anal fissure were the most frequent of these. Condyloma acuminata was the most prevalent anorectal lesion and was strongly associated with the use of lopinavir/ritonavir. Screening for anorectal lesions caused by human papillomavirus in HIV/AIDS patients who use protease

  15. Resultados do tratamento do carcinoma espinocelular anal e do seu precursor em doentes HIV-positivos Outcome of treatment of anal squamous cell carcinoma and its precursor in HIV-infected patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Roberto Nadal

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: A incidência de carcinomas espinocelulares anais vem aumentando nos doentes HIV-positivos. O tratamento consiste de radio e/ou quimioterapia, eventualmente seguidos pela ressecção do tumor. O objetivo é avaliar o seguimento desses doentes para verificar as recidivas e a evolução do NIAA para câncer. Apresentação da casuística da Equipe Técnica de Proctologia do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, de São Paulo. MÉTODOS: Acompanhamos 45 doentes HIV-positivos portadores de carcinoma espinocelular anal e seu precursor no período de 1996 a 2006. Eram 30 neoplasias intra-epiteliais anais de alto grau (NIAA, tratadas com ressecção local e 15 carcinomas invasores do canal anal. Nove das 15 lesões invasivas foram submetidas ao esquema de Nigro isolado ou associado à ressecção local, amputação abdominoperineal ou colostomia para derivação. RESULTADOS: No seguimento ambulatorial das NIAA tivemos recidiva em 16,7% e não observamos evolução para carcinoma, num período mínimo de três anos. Entre os nove tumores submetidos ao esquema de Nigro, com ou sem operação complementar, cinco estão livres de tumor. Nenhum tratamento foi feito em cinco doentes. Em três, devido às péssimas condições clínicas, e em dois, pois recusaram tratamento. Outro teve diagnóstico na vigência de oclusão intestinal sendo submetido à colostomia de derivação. CONCLUSÃO: Concluímos que a NIAA pode reincidir após excisão local em doentes HIV-positivos, mas não evolui para carcinoma invasor e que os doentes de câncer anal invasor podem ser tratados da mesma maneira que a população soronegativa para o HIV desde que as condições clínicas o permitam.OBJECTIVE: Incidence of anal squamous cell carcinoma is increasing mainly among HIV-positive patients. Treatment consists of radiotherapy and chemotherapy, sometimes followed by tumor resection. The objective was to evaluate the follow-up of such patients to verify recurrences

  16. Recidiva de lesões associadas ao HPV em pacientes HIV positivos após tratamento cirúrgico Recurrence of HPV lesions after surgical treatment in HIV-positive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luigi Pincinato

    2009-06-01

    Full Text Available O HPV é a doença anal sexualmente transmissível mais diagnosticada em pacientes HIV positivos. Neste estudo investigamos a taxa de recidiva após tratamento cirúrgico do HPV em pacientes HIV positivos. Foi realizado um estudo retrospectivo em 74 pacientes que foram submetidos a tratamento cirúrgico de lesões remanescentes após tratamento clínico do HPV, no Hospital Heliópolis, São Paulo, Brasil, de julho de 2004 até junho de 2007. A maioria dos pacientes eram homens (91,9%, idade variando de 22 a 57 anos (média de 36 anos. Carga viral variou de indetectável até 488.000 cópias/mm³, células T CD4 de 19 a 900 céls/mm³. Observamos neoplasia intraepitelial de alto grau em 12,2% e recorrência das lesões em 58,1% dos pacientes. A recorrência foi significantemente menor em pacientes com células T CD4 =200 cells/mm³ e carga viral indetectável.HPV is the commonest anal disease in HIV-infected patients. In the present study we investigated the recurrence rates after surgical treatment of HPV in HIV-positive patients. A retrospective review was performed on 74 patients who underwent surgical intervention for medically intractable anal condyloma at Hospital Heliópolis, São Paulo, Brazil, from July 2004 to June 2007. The majority of the patients were male (91,9%, ranged in age from 22 to 57 years (mean 36 years. Viral load ranged from undetectable to 488.000 copies/mm³, T CD4 cells counts from 19 to 900 cells/mm³. We observed high grade anal squamous intraepithelial lesions in 12,2% and anal condyloma recurred in 58,1%. A significantly lower recurrence was observed in patients with T CD4 cells counts =200 cells/mm³ and viral load undetectable.

  17. Cytomegaloviral colitis in HIV positive patients: endoscopic findings Colite por citomegalovírus em pacientes HIV positivo: aspectos endoscópicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Marques Jr

    2007-12-01

    Full Text Available BACKGROUND: Diarrhea in seropositive human immunodeficiency virus patients is one of the most important and disabling symptoms, and often decreases their quality of life. Cytomegalovirus colitis is among the principal causes of this symptom and colonoscopy is the gold standard examination to diagnose it. AIM: To define the main endoscopic findings in seropositive human immunodeficiency virus patients with cytomegalovirus colitis. METHODS: Two hundred and forty-three colonoscopies were performed in 200 seropositive human immunodeficiency virus patients with diarrhea associated or not to abdominal pain or gastrointestinal bleeding, over 10-year period, whom 51 patients were diagnosed with cytomegalovirus colitis. Full length colonoscopy with ileum intubation was always tried and multiple biopsies of all segments examined, including endoscopically normal segments, were attempted. All diagnoses were confirmed by histologic and immunohistochemical studies. RESULTS: Total colonoscopy was possible in 98.03% and ileum intubation in 88.23% of these cytomegalovirus colitis patients. At colonoscopy, a heterogeneous ulcerative pattern was presented in 72.54%, an inflammatory process of the mucosa in 21.56% and 5.88% of the patients mucosa was endoscopically normal. CONCLUSION: Full length colonoscopy with ileum intubation and multiples biopsies of all segments, even when they are endoscopically normal, have always to be attempted in cases of seropositive human immunodeficiency virus patient with diarrhea.RACIONAL: Diarréia em pacientes soropositivos para o vírus da imunodeficiência adquirida é um dos sintomas mais importantes e debilitantes e freqüentemente reduz sua qualidade de vida. Colite por citomegalovírus está entre as principais causas desse sintoma e a colonoscopia é o exame padrão-ouro para seu diagnóstico. OBJETIVO: Definir os principais achados endoscópicos em pacientes HIV+ com colite por citomegalovírus. MÉTODO: Duzentas e

  18. Análise farmacoeconômica da farmácia clínica em pacientes HIV positivo = : Pharmacoeconomic analysis of clinical pharmacy in HIV-positive patients

    OpenAIRE

    Renata Cavalcanti Carnevale

    2012-01-01

    Resumo: Estudos demonstram que a farmácia clínica pode trazer resultados clínicos positivos para pacientes HIV-positivo. Entretanto, poucos avaliam seu impacto econômico. O objetivo deste estudo é verificar o impacto econômico do acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes HIV-positivo. Foi realizado um estudo prospectivo controlado com amostra sistemática por quota com controles emparelhados segundo características aleatórias, entre Janeiro de 2009 e Junho de 2012. O estudo foi aprovado p...

  19. Metabolic changes associated with antiretroviral therapy in HIV-positive patients Alteraciones metabólicas asociadas a la terapia anti-retroviral en pacientes HIV-positivos Alterações metabólicas associadas à terapia anti-retroviral em pacientes HIV-positivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Esteves de Matos Almeida

    2009-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate metabolic changes associated with highly active antiretroviral therapy (HAART in HIV-positive patients, and to identify risk factors associated. METHODS: Retrospective study that included 110 HIV-positive patients who where on HAART in the city of Porto Alegre (Southern Brazil between January 2003 and March 2004. Data on demographic variables, cigarette smoking, diabetes mellitus, cholesterol and triglyceride levels, stage of HIV infection, antiretroviral therapy and HCV coinfection were collected. General linear models procedure for repeated measures was used to test the interaction between HAART and HCV coinfection or protease inhibitor treatment. RESULTS: Total cholesterol, triglycerides, and glucose levels significantly increased after receiving HAART (pOBJETIVO: Evaluar las alteraciones metabólicas asociadas a la terapia anti-retroviral potente en pacientes HIV-positivos e identificar factores de riesgo asociados. MÉTODOS: Estudio retrospectivo con 110 pacientes HIV-positivos que estaban en terapia anti-retroviral potente (HAART en la ciudad de Porto Alegre (Sur de Brasil, entre enero de 2003 y marzo de 2004. Los datos colectados incluyen variables demográficas, tabaquismo, diabetes mellitas, niveles de colesterol y triglicéridos, fase de la infección viral, terapia anti-retroviral y co-infección con hepatitis C. El análisis multivariado para medidas repetidas (General Linear Model procedure for Repeated Measures fue utilizada para analizar la interacción entre el efecto de uso de HAART y el uso de inhibidores de proteasa o co-infección por hepatitis C. RESULTADOS: Fueron observados aumentos significativos en los niveles de colesterol total, triglicéridos y glucosa posterior al tratamiento con HAART (pOBJETIVO: Avaliar as alterações metabólicas associadas à terapia anti-retroviral potente em pacientes HIV-positivos e identificar fatores de risco associados. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com 110

  20. Salmonella enterica subsp houtenae serogroup O:16 in a HIV positive patient: case report Salmonella enterica subsp houtenae sorogrupo O:16 em um paciente HIV positivo: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina S. Lourenço

    2004-06-01

    Full Text Available We described a case of salmonellosis in a 33-year old HIV-infected patient. The patient presented oral and esophageal candidiasis, intense epigastric and retrosternal pain. During the physical examination he was hypochloraemic, acyanotic, hypohydrated, anicteric and afebrile. Admittance laboratorial tests indicated: red cells 3.6 millions/mm³; hemoglobin, 10.1 g/dL; leukocyte count, 3,000/mm³, with 1% of eosinophils, 14% of non-segmented and 53% of segmented neutrophils and 31% of lymphocytes. The blood culture was positive for Salmonella enterica subsp houtenae serogroup O:16. This is probably the first human report of bacteremia due to Salmonella enterica subsp houtenae in Brazil associated to HIV-infected patient.Descreve-se um caso clínico de salmonelose ocorrido em paciente HIV positivo de 33 anos, portador de candidíase oral e esofágica, com intensa dor abdominal superior e dor retro-esternal. Ao exame clínico apresentou-se hipocorado, acianótico, hipohidratado, anictérico e afebril. A investigação laboratorial na admissão apresentou: hemácias, 3,6 milhões/mm³; hemoglobina, 10,1 g/dL; contagem de leucócitos, 3.000/mm³, com 1% de eosinófilos, 14% de bastões; 53% de neutrófilos segmentados e 31% de linfócitos. A hemocultura foi positiva para Salmonella enterica subsp houtenae sorogrupo O:16. Provavelmente, este é o primeiro relato de caso clínico humano com bacteremia causado por Salmonella enterica subsp houtenae no Brasil associado a paciente HIV-infectado.

  1. Manifestações clínicas, radiológicas e laboratoriais em indivíduos com tuberculose pulmonar: estudo comparativo entre indivíduos HIV positivos e HIV negativos internados em um hospital de referência Clinical, radiological, and laboratory characteristics in pulmonary tuberculosis patients: comparative study of HIV-positive and HIV-negative inpatients at a referral hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Besen

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar as manifestações clínicas, radiológicas e laboratoriais de indivíduos com tuberculose pulmonar coinfectados com HIV com aqueles sem a coinfecção. MÉTODOS: Estudo transversal, no qual sinais e sintomas foram analisados por meio de anamnese e exame físico em pacientes internados com tuberculose pulmonar. A baciloscopia, a cultura para Mycobacterium tuberculosis, a dosagem de hemoglobina e a contagem de células T CD4+ foram obtidas de registros dos prontuários, assim como os laudos das radiografias de tórax. RESULTADOS: Foram incluídos 50 pacientes com tuberculose pulmonar, que foram divididos em dois grupos (HIV positivo e HIV negativo; n = 25 por grupo. A média de idade dos participantes foi de 38,4 ± 10,5 anos, 46 (92% eram do sexo masculino, e 27 (54% eram caucasianos. Apresentaram expectoração 21 (84% e 13 (52% dos pacientes nos grupos HIV negativo e HIV positivo, respectivamente (p = 0,016. Achados radiológicos de cavitação estavam presentes em 10 (43% e 2 (10% dos pacientes nos grupos HIV negativo e HIV positivo, respectivamente (p = 0,016, ao passo que padrão intersticial estava presente em 18 (78% e 8 (40% dos pacientes nesses grupos (p = 0,012. O nível médio de hemoglobina foi de 11,1 ± 2,9 g/dL e 9,3 ± 2,2 g/dL nos grupos HIV negativo e HIV positivo, respectivamente (p = 0,015. CONCLUSÕES: Entre pacientes coinfectados com tuberculose e HIV desta amostra, houve menor prevalência de expectoração, foram menos frequentes os achados radiológicos de cavitação e de padrão intersticial, e os níveis de hemoglobina foram mais baixos do que naqueles sem essa coinfecção.OBJECTIVE: To compare clinical, radiological, and laboratory characteristics of individuals with pulmonary tuberculosis co-infected or not with HIV. METHODS: A cross-sectional study, in which signs and symptoms were assessed by anamnesis and physical examination in patients hospitalized with pulmonary tuberculosis. The results of

  2. Anal cancer precursor lesions in HIV-positive and HIV-negative patients seen at a tertiary health institution in Brazil Lesões precursoras do câncer anal em pacientes HIV-positivos e HIV-negativos atendidos numa instituição de saúde terciária no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Tramujas da Costa e Silva

    2011-02-01

    Full Text Available Purpose: To investigate the prevalence of anal squamous intraepithelial lesions (ASIL or anal cancer in patients attended at the Tropical Medicine Foundation of Amazonas. Methods: 344 patients consecutively attended at the institution, in 2007/2008, were distributed in the following strata according to presence/abscense of at risk conditions for anal cancer: Group 1 _ HIV-positive men-who-have-sex-with-men (101; Group 2 _ HIV-positive females (49; Group 3 _ patients without any at risk condition for anal cancer (53; Group 4 _ HIV-positive heterosexual men (38; Group 5 _ HIV-negative patients, without anoreceptive sexual habits, but with other at risk conditions for anal cancer (45; Group 6 _ HIV-negative men-who-have-sex-with-men (26; and Group 7 _ HIV-negative anoreceptive females (32. The histopathological results of biopsies guided by high-resolution anoscopy were analyzed by frequentist and bayesian statistics in order to calculate the point-prevalence of ASIL/cancer and observe any eventual preponderance of one group over the other. Results: The point-prevalence of ASIL for all the patients studied was 93/344 (27%, the difference between HIV-positive and negative patients being statistically significant (38.3% versus 13.5%; p Objetivo: Investigar a prevalência de lesões intraepiteliais escamosas anais (ASIL ou câncer anal em pacientes atendidos na Fundação de Medicina Tropical do Amazonas. Métodos: 344 pacientes consecutivamente atendidos na instituição, em 2007/2008, foram distribuídos nos seguintes estratos conforme a presença/ausência de fatores de risco para o câncer anal: Grupo 1 _ homens-que-fazem-sexo-com-homens HIV-positivos (101; Grupo 2 _ mulheres HIV-positivas (49; Grupo 3 _ pacientes sem condição de risco para o câncer anal (53; Grupo 4 _ homens heterossexuais HIV-positivos (38; Grupo 5 _ pacientes HIV-negativos, sem hábitos sexuais anorreceptivos, mas com outras condições de risco para o câncer anal (45

  3. Prevalência e fatores associados às manifestações bucais em pacientes HIV positivos atendidos em cidade sul-brasileira Prevalence of oral lesions in persons with HIV and associated factors in a southern Brazilian city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Baraciol Gasparin

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de lesões bucais entre pacientes HIV positivos e identificar fatores associados a tais lesões. Foi realizado estudo transversal que coletou dados mediante entrevista, exame clínico e consulta aos prontuários médicos de pacientes adultos atendidos no Serviço de HIV-AIDS do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil, sendo considerados fatores sócio-demográficos, imunológicos e terapêuticos. Foi utilizada a regressão de Poisson num modelo hierárquico de análise. Entre abril de 2006 a janeiro de 2007 foram observados 300 pacientes, sendo 51% do sexo masculino e média de idade de 40 anos; 39% apresentaram lesões bucais, sendo a candidíase a mais freqüente (59,1%, seguida de leucoplasia pilosa (19,5%. As mulheres apresentaram um risco menor, com observância de uma associação inversa com o CD4. Houve um risco maior entre aqueles pacientes com menor escolaridade, menor renda, tabagistas, dependentes do álcool, com maior tempo de infecção pelo HIV e carga viral mais elevada. Os dados confirmaram a elevada prevalência das manifestações bucais oportunistas e evidenciaram a sua relação com a situação social, assim como sua relação com determinados hábitos e costumes passíveis de modificação.The aim of the study was to assess the prevalence of oral lesions in AIDS patients and identify associated factors. A cross-sectional study collected data from interviews, clinical examination, and a review of medical records for adult patients treated at the HIV/AIDS clinic in the University Hospital of the Federal University in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, Brazil, focusing on socio-demographic, immune status, and treatment factors. Poisson regression was used in a hierarchical analytical model. From April 2006 to January 2007, 300 patients were observed (51% males; mean age 40 years. Of the total, 39% presented oral lesions, with

  4. Estigma e discriminação: experiências de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo, Moçambique

    OpenAIRE

    Andrade, Rosário Gregório; Iriart, Jorge Alberto Bernstein

    2015-01-01

    A epidemia de HIV/AIDS é um sério problema de saúde pública em Moçambique, que convive com altas taxas de prevalência do HIV. O impacto da epidemia é agravado pelo forte estigma que atinge as pessoas soropositivas. O objetivo deste estudo foi investigar, com base em uma perspectiva socioantropológica, a experiência de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo e como lidam com o estigma e a discriminação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com dez mulheres HIV positivo, ...

  5. Avaliação do dano hepático em pacientes HIV positivo sob terapia antirretroviral no município de Carazinho/RS

    OpenAIRE

    Araújo, Patricia Dias; Pontifícia Universidade Católica de Paraná; Ehrhardt, Alexandre; Universidade Luterana do Brasil-Campus Carazinho

    2015-01-01

    O presente trabalho teve como objetivo verificar e analisar a existência do dano hepático em pacientes sob tratamento antiretroviral, analisando quais esquemas terapêuticos apresentam maior grau de toxicidade. Foram selecionados nove pacientes que estavam fazendo terapia antiretroviral, tendo como inclusão idade superior a 18 anos e sob tratamento há mais de seis meses. Foi realizado um questionário, além da realização do perfil laboratorial, com dosagens de AST e ALT. Dentre os resultados, v...

  6. O escarro induzido no diagnóstico das doenças pulmonares em pacientes positivos ao vírus da imunodeficiência humana Induced sputum for the diagnosis of lung disease in HIV-positive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemeri Maurici da Silva

    2004-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O escarro induzido é utilizado para monitorar a inflamação de vias aéreas, porém seu papel como ferramenta diagnóstica de doenças pulmonares em pacientes imunocomprometidos ainda necessita de melhor definição. OBJETIVOS: Determinar o rendimento do escarro induzido no diagnóstico das doenças pulmonares em pacientes positivos ao virus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODO: No período de janeiro de 2001 a setembro de 2002, foram avaliados todos os pacientes com idade superior a 14 anos, infectados com o HIV, admitidos em Hospital de Referência. Foram incluídos aqueles indivíduos que apresentavam manifestações clínicas do aparelho respiratório há pelo menos 7 dias, associadas, ou não, a alterações radiológicas, bem como indivíduos assintomáticos do ponto de vista respiratório, com alterações no radiograma de tórax. Os pacientes foram submetidos à avaliação clínica, radiológica e laboratorial e realizaram a indução de escarro, seguida pela broncofibroscopia, lavado broncoalveolar e biópsia pulmonar transbrônquica. As amostras foram processadas para bacterioscopia pelo método de Gram e Ziehl-Neelsen, cultura quantitativa para bactérias, exame micológico direto, cultura para micobactérias e fungos, pesquisa de citomegalovírus e Pneumocystis jiroveci, bem como celularidade total e diferencial. RESULTADOS: 54 pacientes foram incluídos no estudo. A pesquisa de agente etiológico resultou negativa em 7 pacientes, sendo que nos casos restantes foram isolados 60 agentes. Dentre os agentes isolados, 46,7% foram P. jiroveci; 33,5% bactérias piogênicas e 16,7% Mycobacterium tuberculosis. O escarro induzido apresentou sensibilidade de 57,5%, especificidade de 42,9%, valor preditivo positivo de 87,1%, valor preditivo negativo de 13% e acurácia de 55,6%. CONCLUSÕES: Nesta população, a análise do escarro induzido é um procedimento simples, seguro e com bom rendimento diagn

  7. Clinical presentation of parvovirus B19 infection in HIV-infected patients with and without AIDS Manifestações clínicas da infecção por parvovírus B19 em pacientes HIV-positivos com e sem AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Setúbal

    2003-04-01

    Full Text Available Human parvovirus B19 replicates in erythrocyte precursors. Usually, there are no apparent hematological manifestations. However, in individuals with high erythrocyte turnover, as in patients with sickle-cell disease and in the fetus, the infection may lead to severe transient aplasia and hydrops fetalis, respectively. In AIDS patients, persistent infection may result in chronic anemia. By contrast, in HIV-positive patients without AIDS the infection evolves as a mild exanthematous disease. Two clinical descriptions exemplify these forms of presentation. In the first, an AIDS patient presented with bone marrow failure that responded to immunoglobulin. In the second, an HIV-positive patient without AIDS had a morbilliform rash, and needed no treatment. Knowing that an AIDS patient has chronic B19 anemia lessens concern about drug anemia; protects the patient from invasive diagnostic maneuvers; and prevents the patient from disseminating the infection. In AIDS patients with pure red cell aplasia, a search for parvovirus B19 DNA in the serum or in the bone marrow is warranted.O parvovírus B19 replica-se em precursores eritróides. Não há geralmente manifestações hematológicas aparentes. Entretanto, nas altas taxas de reposição de eritrócitos, como as que ocorrem na anemia falciforme ou no feto, a infecção pode resultar, respectivamente, em aplasia transitória e hidropisia fetal. Em pacientes com AIDS, a infecção persistente pode resultar em anemia crônica. Já num paciente HIV-positivo sem AIDS, a infecção evolui como uma doença exantemática leve. Duas descrições exemplificam estas diferentes modalidades de apresentação clínica. Na primeira, um paciente com AIDS apresentou aplasia medular que respondeu a imunoglobulina. Na segunda, um paciente HIV-positivo sem AIDS apresentou um exantema morbiliforme, que cedeu sem tratamento. Diagnosticar a anemia crônica por B19 diminui as preocupações infundadas sobre anemia por drogas

  8. Molecular identification of Candida dubliniensis isolated from oral lesions of HIV-positive and HIV-negative patients in São Paulo, Brazil Identificação molecular de amostras de Candida dubliniensis isoladas de lesões orais de pacientes HIV positivos e negativos em São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Kleber Chavasco

    2006-02-01

    Full Text Available Candida dubliniensis is a new, recently described species of yeast. This emerging oral pathogen shares many phenotypic and biochemical characteristics with C. albicans, making it hard to differentiate between them, although they are genotypically distinct. In this study, PCR (Polymerase Chain Reaction was used to investigate the presence of C. dubliniensis in samples in a culture collection, which had been isolated from HIV-positive and HIV-negative patients with oral erythematous candidiasis. From a total of 37 samples previously identified as C. albicans by the classical method, two samples of C. dubliniensis (5.4% were found through the use of PCR. This study underscores the presence of C. dubliniensis, whose geographical and epidemiological distribution should be more fully investigated.Candida dubliniensis é uma nova espécie recentemente descrita. Este patógeno oral emergente compartilha muitas características fenotípicas e bioquímicas com C. albicans dificultando assim a diferenciação entre elas. As mesmas, porém, mostram-se genotipicamente distintas. Este trabalho tem como objetivo identificar, pela técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction, a possível presença de C. dubliniensis dentre amostras isoladas de candidose oral eritematosa, provenientes de pacientes HIV positivos e HIV negativos. Em um total de 37 amostras identificadas anteriormente, por método clássico, como C. albicans encontramos duas amostras de C. dubliniensis (5,4% utilizando a técnica do PCR. Esta técnica mostrou-se útil, prática e com identificação taxonômica mais acurada.

  9. Tampão peridural com dextran 40 na profilaxia da cefaléia pós-punção acidental da duramáter em paciente HIV positivo: relato de caso

    OpenAIRE

    Cruvinel, Marcos Guilherme Cunha; Barbosa, Paulo Roberto Vieira; Teixeira, Vera Coelho; Castro, Carlos Henrique Viana de

    2002-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cefaléia pós-punção de duramáter é uma complicação bem conhecida das anestesias subaracnóideas e peridurais, sendo o tampão sangüíneo considerado o tratamento mais eficaz, até o momento. Este é um procedimento invasivo e sujeito a complicações graves. Seu uso em certos pacientes, como portadores de HIV ou leucemias, é motivo de debate. Várias alternativas têm sido relatadas. O objetivo deste artigo é apresentar um caso do uso do tampão peridural com dextran 40 na ...

  10. Doença pulmonar por Mycobacterium tuberculosis e micobactérias não-tuberculosas entre pacientes recém-diagnosticados como HIV positivos em Moçambique, África Mycobacterium tuberculosis and nontuberculous mycobacterial isolates among patients with recent HIV infection in Mozambique

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Abrantes Nunes

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: A micobacteriose é frequentemente diagnosticada entre pacientes infectados pelo HIV. Em Moçambique, onde apenas um pequeno número de pacientes encontra-se sob tratamento anti-retroviral, e a tuberculose tem alta prevalência, existe a necessidade de melhor caracterização destes agentes bacterianos, em nível de espécie, bem como de se caracterizar os padrões de resistência às drogas antituberculosas. MÉTODOS: Em uma coorte de 503 indivíduos HIV positivos suspeitos de tuberculose pulmonar, 320 apresentaram positividade para baciloscopia ou cultura no escarro e no lavado brônquico. RESULTADOS: Bacilos álcool-ácido resistentes foram detectados no escarro em 73% dos casos com cultura positiva. De 277 isolados em cultura, apenas 3 mostraram-se tratar de micobactérias não-tuberculosas: 2 Mycobacterium avium e uma M. simiae. Todos os isolados de M. tuberculosis inicialmente caracterizados através de reação em cadeia de polimerase (RCP do gene hsp65 foram posteriormente caracterizados como tal através de RCP do gene gyrB. Resistência à isoniazida foi encontrada em 14% dos casos; à rifampicina em 6%; e multirresistência em 5%. Pacientes previamente tratados para tuberculose mostraram tendência a taxas maiores de resistência às drogas de primeira linha. O padrão radiológico mais freqüente encontrado foi o infiltrado intersticial (67%, seguido da presença de linfonodos mediastinais (30%, bronquiectasias (28%, padrão miliar (18% e cavidades (12%. Os pacientes infectados por micobactérias não-tuberculosas não apresentaram manifestações clínicas distintas das apresentadas pelos outros pacientes. A mediana de linfócitos CD4 entre todos os pacientes foi de 134 células/mm³. CONCLUSÕES: Tuberculose e AIDS em Moçambique estão fortemente associadas, como é de se esperar em países com alta prevalência de tuberculose. Embora as taxas de resistência a drogas sejam altas, o esquema isoniazida

  11. Aspectos micológicos e suscetibilidade in vitro de leveduras do gênero Candida em pacientes HIV-positivos provenientes do Estado de Mato Grosso Mycological aspects and susceptibility in vitro the yeast of the genus Candida from HIV-positive patients in the State of Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivia Cometti Favalessa

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A candidíase é uma das infecções fúngicas mais frequentes entre os pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana. O presente estudo objetivou a caracterização das leveduras do gênero Candida de distintas amostras clínicas, provenientes de pacientes HIV - positivos, assim como a determinação do perfil de suscetibilidade in vitro a cinco drogas antifúngicas. MÉTODOS: A caracterização dos isolados de Candida sp foi realizada através da metodologia clássica, testes bioquímicos (zimograma e auxanograma e morfológicos (prova do tubo germinativo e microcultivo em lâmina. Também, foram realizadas a técnica genotípica (PCR e identificação pelo método comercial API 20C AUX (BioMeriéux. Para a determinação do perfil de suscetibilidade in vitro, foram utilizadas cinco drogas antifúngicas (cetoconazol, fluconazol, itraconazol, voriconazol e anfotericina B, através do método comercialmente disponível - Etest. RESULTADOS: Foram identificados 105 isolados de leveduras do gênero Candida provenientes de 102 pacientes infectados pelo vírus HIV. Destes, foram caracterizadas 82 (78,1% Candida albicans, 8 (7,6% Candida parapsilosis, 8 (7,6% Candida tropicalis, 4 (3,8% Candida krusei, 2 (1,9% Candida glabrata e 1 (1% Candida guilliermondii. CONCLUSÕES: Considerando o perfil geral de sensibilidade, 60% dos isolados foram suscetíveis a todos os antifúngicos testados, porém as espécies C. tropicalis e C. krusei demonstraram uma tendência a valores mais elevados de CIMs para os azóis do que os encontrados paraC. albicans, sugerindo resistência.INTRODUCTION: Candidiasis is one of the most common fungal infections among patients infected by human immunodeficiency virus. The present study aimed to characterize yeasts of the genus Candida from distinct clinical samples from HIV-positive patients and determine the in vitro susceptibility profile to five antifungal drugs. METHODS: Characterization of

  12. Climas organizacionais positivos, relação ótima em equipa e compromisso organizacional.

    OpenAIRE

    Gonçalves, Joceli Regina Drummond

    2016-01-01

    Este estudo foi desenvolvido considerando-se as teorias sobre o clima autentizótico nas organizações, a relação ótima em equipa e o comprometimento organizacional. Os pressupostos filosóficos dessa investigação estão pautados pela perspectiva da abordagem psicológica humanista e positiva, como o prazer de trabalhar, o bem estar dos profissionais envolvidos e, os resultados positivos da organização. Para isso, recorreu-se a: conce...

  13. Indicações e achados das colonoscopias nos doentes HIV-positivo: comparação com soronegativos Indications and results of colonoscopies in HIV-positive patients: comparison with seronegative patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Ruth Manzione

    2007-03-01

    Full Text Available Embora as indicações da colonoscopia sejam semelhantes em doentes HIV-positivo, quando comparados aos soronegativos, os achados e as suas incidências parecem diferir, sendo alguns deles mais específicos para o grupo dos imunodeprimidos. OBJETIVO: Avaliar as indicações e os achados das colonoscopias comparando os doentes soropositivos com os soronegativos para o HIV. Realizamos 1909 exames entre 1997 e 2005, sendo 1341 HIV-negativo (771 mulheres e 570 homens com média etária de 51,2 anos e 568 HIV-positivo (137 mulheres e 431 homens com 34,4 anos, em média. A análise estatística dos dados estudados revelou haver mais exames em homens no grupo HIV-positivo e em mulheres entre os soronegativos. O grupo mais jovem foi o dos soropositivos. Houve mais indicações devidas a enterorragia (22,1% e dor abdominal (12,7% nos pacientes soronegativos, e diarréia crônica (45,9% entre os soropositivos. As colites e os tumores foram os achados mais comuns em pacientes HIV-positivo e a moléstia diverticular e os pólipos, os mais freqüentes entre os soronegativos. O tumor predominante nos soronegativos foi o adenocarcinoma, enquanto que entre os soropositivos foi o sarcoma de Kaposi. CONCLUSÃO: A comparação entre os grupos demonstrou haver diferenças com relação ao sexo, idade e algumas indicações. Os achados foram semelhantes, embora com freqüências distintas.Although colonoscopy indications are similar in HIV-positive patients when compared to sero-negative persons, the findings and their incidences seem to be different, and some are more specific to immunosuppressed patients. The aim of this study is to evaluate indications and findings of colonoscopies comparing patients, sero-negatives and sero-positives to HIV. We performed 1909 colonoscopies from 1997 to 2005, 1341 in HIV-negative persons (771 females and 570 males with mean age of 51.2 years old and 568 in HIV-positive people (137 females and 431 males with mean age of 34.4 years

  14. Identificação e genotipagem de Mycobacterium bovis em bovinos positivos no teste intradérmico para tuberculose em Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de O. Cazola

    2015-02-01

    Full Text Available Neste estudo, realizou-se genotipagem de isolados de Mycobacterium bovis, provenientes de amostras de tecidos de bovinos positivos no teste cervical comparativo (TCC para tuberculose em Mato Grosso do Sul, por meio da técnica de spoligotyping. Tecidos de 13 bovinos positivos, oriundos de diferentes municípios do estado, foram cultivados em meio de Stonebrink. As colônias resultantes foram submetidas à coloração de Ziehl-Neelsen e todos os isolados apresentaram características tintoriais de BAAR. Os 13 isolados de BAAR foram identificados por PCR multiplex (mPCR. O gene hsp65 foi alvo para identificação de Mycobacterium spp, a sequência de inserção IS6110 foi alvo para identificação de complexo Mycobacterium tuberculosis (CMT e a região rvd1rv2031c foi explorada para detecção de M. bovis. Os isolados micobacterianos foram genotipados pela técnica de spoligotyping. Dos 13 bovinos, sete tinham pelo menos uma lesão sugestiva de tuberculose em linfonodos retrofaríngeos, parotídeos e pulmonares ou no pulmão, e em seis não foram encontradas lesões visíveis sugestivas da doença. Na mPCR, 11/13 (84,6% isolados foram positivos para Mycobacterium spp; 8/13 (61,5% positivos para CMT e 7/13 (53,8% positivos para M. bovis. Com base no spoligotyping, oito isolados de BAAR foram agrupados dentro de três diferentes agrupamentos de genótipos e uma amostra remanescente apresentou perfil único, sendo quatro isolados com padrão de espoligotipo SB0121, dois SB1145, dois SB0881 e um SB0140. A técnica de spoligotyping demonstrou que há diversidade genética entre os espoligotipos presentes no estado de Mato Grosso do Sul, embora predomine o perfil SB0121

  15. Tampão peridural com dextran 40 na profilaxia da cefaléia pós-punção acidental da duramáter em paciente HIV positivo: relato de caso Tampón peridural con dextran 40 en la profilaxia de la cefalea pós-punción accidental de la duramáter en paciente SIDA positivo: relato de caso Epidural patch with dextran 40 to prevent postdural puncture headache in an HIV patient: case report

    OpenAIRE

    Marcos Guilherme Cunha Cruvinel; Paulo Roberto Vieira Barbosa; Vera Coelho Teixeira; Carlos Henrique Viana de Castro

    2002-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cefaléia pós-punção de duramáter é uma complicação bem conhecida das anestesias subaracnóideas e peridurais, sendo o tampão sangüíneo considerado o tratamento mais eficaz, até o momento. Este é um procedimento invasivo e sujeito a complicações graves. Seu uso em certos pacientes, como portadores de HIV ou leucemias, é motivo de debate. Várias alternativas têm sido relatadas. O objetivo deste artigo é apresentar um caso do uso do tampão peridural com dextran 40 na ...

  16. Tampão peridural com dextran 40 na profilaxia da cefaléia pós-punção acidental da duramáter em paciente HIV positivo: relato de caso Tampón peridural con dextran 40 en la profilaxia de la cefalea pós-punción accidental de la duramáter en paciente SIDA positivo: relato de caso Epidural patch with dextran 40 to prevent postdural puncture headache in an HIV patient: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Guilherme Cunha Cruvinel

    2002-11-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cefaléia pós-punção de duramáter é uma complicação bem conhecida das anestesias subaracnóideas e peridurais, sendo o tampão sangüíneo considerado o tratamento mais eficaz, até o momento. Este é um procedimento invasivo e sujeito a complicações graves. Seu uso em certos pacientes, como portadores de HIV ou leucemias, é motivo de debate. Várias alternativas têm sido relatadas. O objetivo deste artigo é apresentar um caso do uso do tampão peridural com dextran 40 na profilaxia da cefaléia pós-punção de duramáter em paciente portador do vírus da imunodeficiência humana (HIV, com história de cefaléia em anestesia subaracnóidea anterior. RELATO DE CASO: Paciente masculino, 31 anos, 70 kg, estado físico ASA II, portador de HIV, para tratamento de condilomatose anal recidivada, com relato de cefaléia intensa e limitante durante duas semanas após anestesia subaracnóidea (agulha Quincke 25G. Durante tentativa de anestesia peridural com agulha de Tuohy 18G em L3-L4, houve perfuração acidental da duramáter. Foram injetados, por duas vezes, 20 ml de dextran 40 a 10% por cateter peridural; a primeira, 150 minutos após a administração dos anestésicos e a segunda na manhã seguinte à cirurgia. O paciente evoluiu assintomático e recebeu alta no dia seguinte à sua internação. CONCLUSÕES: O uso do tampão com soluções colóides como o dextran 40 não está bem estabelecido, porém existem alguns relatos do seu uso com sucesso e entendemos que seu potencial deva ser melhor explorado.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La cefalea pós-punción de duramáter es una complicación bien conocida de las anestesias subaracnóideas y peridurales, siendo el tampón sanguíneo considerado el tratamiento más eficaz hasta el momento. Este es un procedimiento invasivo y sujeto a complicaciones graves. Su uso en ciertos pacientes, como portadores de SIDA o leucemias, es motivo de debate. Varias alternativas

  17. Neovascularização retiniana secundária a obstrução vascular em retinocoroidite por toxoplasmose em paciente HIV positivo: relato de caso Retinal vascular occlusion and neovascularization in acute toxoplasmic retinochoroiditis in a patient with AIDS: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Ewert

    2004-08-01

    Full Text Available Apresentar e discutir o caso de paciente infectado pelo HIV, que desenvolveu quadro de obstrução vascular seguido de neovascularização retiniana e de papila, durante o tratamento específico para retinocoroidite por toxoplasmose e que evoluiu com resolução espontânea da neovascularização sem a necessidade de tratamento associado. Paciente com retinocoroidite por toxoplasmose, que após 4 semanas de tratamento específico (sulfadiazina e pirimetamina desenvolveu quadro de obstrução vascular, seguido de neovascularização retiniana, apresentou involução espontânea, não havendo necessidade de fotocoagulação a laser, ou de outro tratamento adicional. As lesões retinianas ativas de toxoplasmose podem cursar com complicações vasculares, mesmo na vigência de tratamento específico, e geralmente apresentam bom prognóstico com regressão espontânea dos neovasos, sem necessidade de tratamentos adicionais.To present a case of an HIV-infected patient, who presented with active chorioretinal inflammatory lesion suggestive of toxoplasmosis, that during the specific treatment developed a retinal vascular occlusion, and adjacent neovascularization. 35-year-old AIDS patient that, presented with toxoplasmic retinochoroiditis and after 4 weeks of the specific therapy (pyrimethamine and sulfadiazine developed a vascular occlusion and retinal neovascularization that healed without the need for phototocoagulation or other adjunctive therapy. This case demonstrates that acute toxoplasmic retinochoroiditis that develops vascular complications may present a good result with the specific treatment without the need for adjunctive therapy.

  18. Primeira descrição da caracterização fenotípica e susceptibilidade in vitro a drogas de leveduras do gênero Cryptococcus spp isoladas de pacientes HIV positivos e negativos, Estado de Mato Grosso First description of phenotypic profile and in vitro drug susceptibility of Cryptococcus spp yeast isolated from HIV-positive and HIV-negative patients in State of Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivia Cometti Favalessa

    2009-12-01

    Full Text Available Foram avaliados 37 isolados de 10 pacientes HIV negativos e 26 positivos, em Mato Grosso. Exame direto, cultura e quimiotipagem de espécies foram realizados. Cetoconazol, itraconazol, voriconazol, fluconazol e anfotericina B foram avaliados. Foram identificadas 37 leveduras do gênero Cryptococcus spp sendo 26 de pacientes HIV- positivos (25 Cryptococcus neoformans e um Cryptococcus gattii e 10 de HIV- negativos (cinco Cryptococcus neoformans e cinco Cryptococcus gattii. Considerando isolados clínicos (Cryptococcus neoformans de HIV positivos observou-se resistência (8% e 8,7% e susceptibilidade dose-dependência (20% e 17,4% para fluconazol e itraconazol respectivamente. Para isolados de Cryptococcus neoformans oriundos de pacientes HIV negativos, observou-se susceptibilidade dose-dependência (40% ao fluconazol. Os isolados de Cryptococcus gattii provenientes de pacientes HIV- negativos mostraram-se susceptíveis a todos os antifúngicos, exceto um isolado de Cryptococcus gattii que foi susceptível dose-dependente ao fluconazol (20%. O isolado proveniente do paciente HIV- positivo demonstrou resistência ao fluconazol (CIM > 256µg/mL e itraconazol (CIM=3µg/mL.Thirty-seven isolates from 10 HIV-negative and 26 HIV-positive patients in Mato Grosso were evaluated. Direct examination, culturing and chemotyping of species were performed. Ketoconazole, itraconazole, voriconazole, fluconazole and amphotericin B were evaluated. Thirty-seven yeasts of Cryptococcus spp were identified, of which 26 were from HIV-positive patients (25 Cryptococcus neoformans and one Cryptococcus gattii and 10 from HIV-negative patients (five Cryptococcus neoformans and five Cryptococcus gattii. The Cryptococcus neoformans clinical isolates from HIV-positive patients showed resistance (8% and 8.7% and dose-dependent susceptibility (20% and 17.4% to fluconazole and itraconazole, respectively. Among the Cryptococcus neoformans isolates from HIV-negative patients, there

  19. Quadro clínico do envenenamento crotálico experimental em bovinos (Crotalus durissus terrificus - crotamina positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto do Lago

    2000-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de descrever o quadro clínico de envenenamento crotálico em bovinos, cinco fêmeas, mestiças, com idade variando entre dois e três anos, foram inoculadas com veneno crotálico do tipo crotamina positivo. A dose foi de 0,03 mg/kg de peso vivo. Os animais apresentaram, cronologicamente, o seguinte quadro clínico: na 2ª hora de evolução, apatia, cabeça baixa, letargia profunda e edemaciação discreta no local da inoculação; na 6ª hora, o edema local desapareceu e mioclonias foram observadas nas grandes massas musculares; na 10ª hora, houve diminuição do tônus muscular, de reflexos superficiais, aparecimento de incoordenação motora e decúbito esternal; na 14ª hora, observaram-se movimentos de "pedalagem" e diminuição da sensibilidade profunda; na 16ª hora, paralisia flácida dos membros pélvicos; e, na 20ª hora, surgiram dispnéia, sialorréia e morte de todos os animais. A temperatura retal não se alterou até a 20ª hora, porém, a partir daí, ocorreu diminuição constante até a morte. A freqüência respiratória se manteve dentro da faixa de valores normais para bovinos, apesar da dispnéia observada ao atingir a 20ª hora. A duração do curso clínico foi de 28 ± 9 horas e, muito embora estas alterações clínicas sejam comuns a outras doenças, julga-se que a rapidez e a ordem com que aparecem seja um fator determinante no diagnóstico diferencial.

  20. Anestesia em pacientes com teste de coombs direto positivo: relato de três casos Anestesia en pacientes con test de combs directo positivo: relato de tres casos Anesthesia in patients with positive direct coombs test: report of three cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Patrícia dos Santos Carvalho

    2010-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Existe associação entre anemias hemolíticas autoimunes (AHA e doença neoplásica, com consequente incompatibilidade sanguínea que dificulta a transfusão destes pacientes. Os autores descrevem e discutem a conduta em três casos com Teste de Coombs Direto (TCD positivo e impossibilidade de determinação de grupo sanguíneo propostos para intervenção cirúrgica por doença neoplásica. RELATO DOS CASOS: 1º caso: paciente do sexo masculino, 87 anos, ASA III, para intervenção cirúrgica por neoplasia do cólon. Apresentou TCD positivo, foi tratado com corticoide, imunoglobulina (Ig e eritropoietina, tendo-se conseguido tipar. No intraoperatório, administrou-se uma unidade de concentrado eritrocitário (UCE sem incidentes. Faleceu 24 horas depois por acidente vascular encefálico isquêmico. 2º caso: paciente do sexo masculino, 77 anos, ASA III, para intervenção cirúrgica de carcinoma gástrico. Apresentou TCD positivo, realizou tratamento com corticoide e Ig, não se conseguindo tipar. A intervenção cirúrgica decorreu sem incidentes. Faleceu ao 18º dia pós-operatório após parada cardiorrespiratória. 3º caso: paciente do sexo feminino, 80 anos, ASA IV, para laparotomia exploradora de urgência. Apresentou também TCD positivo. A intervenção cirúrgica (hemicolectomia decorreu sem incidentes. Faleceu às 48 horas do pós-operatório com acidente vascular encefálico isquêmico. CONCLUSÕES: Os autoanticorpos (Ac circulantes nas AHA podem impossibilitar tipagem sanguínea e disponibilidade de sangue compatível para transfusão. O tratamento correto da AHA visa à remissão dos Ac e ao tratamento da anemia. Na urgência em transfundir sem possibilidade de tipagem, a transfusão sanguínea surge como medida life-saving.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Existe una asociación entre las anemias hemolíticas autoinmunes (AHA y la enfermedad neoplásica, con la consecuente incompatibilidad sanguínea que

  1. Tumor marrom em esterno: uma causa potencial de resultado falso-positivo na cintilografia das paratireóides com sestamibi-99mTc

    OpenAIRE

    Duarte, Paulo Schiavom; Domingues, Fernanda C.; Costa, Michele Santi; Brandão, Cynthia; Oliveira, Marco A.C. de; Vieira, José G.H.

    2007-01-01

    A cintilografia das paratireóides tem sido utilizada para detectar glândulas patológicas em pacientes com hiperparatireoidismo, tanto antes quanto após a cirurgia de paratireoidectomia. Apesar da elevada especificidade, a cintilografia das paratireóides pode apresentar resultados falso-positivos. Neste artigo, relatamos o caso de uma paciente transplantada renal, com múltiplas lesões osteolíticas na bacia, interpretadas como tumores marrons, que à cintilografia das paratireóides com sestamibi...

  2. Utilização de medicamentos por indivíduos HIV positivos: abordagem qualitativa Utilization of prescribed drugs by HIV infected individuals: qualitative approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco A. Acurcio

    1999-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar, em sua dimensão qualitativa, a utilização de medicamentos por indivíduos infectados pelo HIV, durante o processo de procura e atendimento em serviços de saúde. MÉTODOS: Foram realizadas 52 entrevistas semi-estruturadas com pacientes, trabalhadores da saúde e voluntários de organizações não-governamentais, e revistos 1.079 prontuários médicos para obtenção de informações sobre a utilização de medicamentos por portadores do HIV, cuja primeira visita a um dos serviços públicos de referência estudados ocorreu entre janeiro de 1989 e dezembro de 1992. RESULTADOS: Os problemas relacionados à utilização de anti-retrovirais foram: recusa ao uso, dificuldade de obtenção e de cumprimento da prescrição. Outros problemas foram a auto-medicação, dificuldade de obter medicamentos para patologias associadas e de cumprimento da prescrição de sulfas. CONCLUSÕES: Os resultados permitiram compreender melhor os principais obstáculos e dificuldades vivenciados pelo usuário dos serviços, desde o ato da prescrição até a continuidade do tratamento.OBJECTIVE: The assessment, in its qualitative dimension, of the utilization - by HIV infected individuals - of selected prescribed drugs during the process of the search for and the obtaining of care in public health services in Belo Horizonte, Brazil. METHOD: Fifty two semi-structured interviews with patients, health care workers and non- governamental organizations volunteers were carried out and 1,079 medical records were reviewed. Data were obtained on the utilization of prescribed drugs by HIV infected individuals, whose first visit to one of the public services studied occurred between January 1989 and December 1992. Problems related to the use of anti-retroviral and/or opportunistic infection medication were identified and a qualitative description of their possible causes and consequences was commented on. RESULTS: Refusal to use, difficulty in obtaining and

  3. Treinamento físico para indivíduos HIV positivo submetidos à HAART: efeitos sobre parâmetros antropométricos e funcionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmar Lacerda Mendes

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A terapia antirretroviral fortemente ativa (HAART tem melhorado a prognose em indivíduos infectados pelo HIV. No entanto, a HAART tem sido associada ao desenvolvimento de anormalidades metabólicas e na distribuição de gordura corporal conhecida como síndrome lipodistrófica associada ao HIV (SLHIV. OBJETIVO: Este estudo investigou o impacto de 24 semanas de exercício resistido com componente aeróbico (ERCA sobre parâmetros antropométricos e funcionais de portadores de HIV submetidos à HAART. MÉTODOS: Noventa e nove indivíduos infectados pelo HIV foram randomicamente alocados em quatro grupos: exercício e lipodistrofia (n = 24; EX+LIP; exercício sem lipodistrofia (n = 21; EX+NoLIP; controle e lipodistrofia (n = 27; NoEX+LIP; controle sem lipodistrofia (n = 27; NoEX+NoLIP. Os indivíduos dos grupos exercitados (EX+LIP e EX+NoLIP participaram de 24 semanas de ERCA. Nos momentos pré e pós 24 semanas de intervenção foram realizadas medidas antropométricas, testes de força e aptidão cardiorrespiratória. RESULTADOS: Vinte e quatro semanas de ERCA alteraram os perímetros corporais avaliados (P < 0,0001 e a relação cintura/quadril (P = 0,017 nos dois grupos exercitados. Reduções foram observadas (P < 0,0001 para o somatório das sete dobras cutâneas avaliadas, percentual de gordura corporal, massa corporal gorda, gordura subcutânea total, central e periférica em resposta ao ERCA. A massa corporal magra aumentou (P < 0,0001 nos grupos exercitados, independente do desfecho (LIP ou NoLIP. A força muscular e a aptidão cardiorrespiratória aumentaram (P < 0,0001, para os dois grupos exercitados em resposta ao ERCA. CONCLUSÃO: Vinte e quatro semanas de ERCA impediram a manifestação das alterações decorrentes da SLHIV e contribuíram para a redução destas.

  4. Morphometric analysis of dendritic cells from anal mucosa of HIV-positive patients and the relation to intraepithelial lesions and cancer seen at a tertiary health institution in Brazil Análise morfométrica das células dendríticas da mucosa anal de pacientes HIV-positivos e relação com as lesões intraepiteliais e o câncer numa instituição de saúde terciária no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Gonçalves Daumas Pinheiro Guimarães

    2011-12-01

    possibility that a specific therapy for HIV induces the recovery of the density of epithelial DC.OBJETIVO: Quantificar morfometricamente as células dendríticas DC CD1a+ e DC DC-SIGN+ em pacientes HIV positivos portadores de neoplasia escamosa intraepitelial anal e avaliar os efeitos da infecção pelo HIV, da terapia antirretroviral e da infecção pelo HPV sobre as células dendríticas epiteliais e subepiteliais. MÉTODOS: Um estudo prospectivo foi realizado para analisar morfometricamente o volume relativo das células dendríticas e as relações entre neoplasia intraepitelial anal e o câncer em pacientes HIV positivos da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas, Brasil.Todos os pacientes foram submetidos a biópsia da mucosa retal para realizar uma análise clássica histopatológica e imunohistoquímica utilizando anticorpos contra anti-CD1a e anti-DC-SIGN, para a quantificação morfométrica das células dendríticas. RESULTADOS: Os pacientes HIV negativos apresentaram densidade das DC CD1a+ significativamente maior do que a dos pacientes HIV positivos (3,75 versus 2,54 (p:0,018, e os pacientes com severa apresentaram correlação das DC CD1a com os níveis de células TCD4(p:0,04 assim como a carga viral do HIV-1 (p:0,035. Observamos no subgrupo HIV-positivo/HAART positivo elevação não significativa na mediana da densidade das DC CD1a+ em relação ao grupo HIV-positivo/HAART negativo. As DC CD1a+ também se elevaram nos pacientes HIV negativo portadores de condiloma anorretal(2,33 para 3,53; p:0,05, com efeito inverso nos pacientes HIV positivos. CONCLUSÕES: Nossos dados confirmam a potencialização da ação sinérgica representada pela coinfecção HIV-HPV sobre o epitélio anal, fragilizando as DC em sua função primordial de vigilância imune. Notoriamente nos pacientes com neoplasia intraepithelial anal grave, a densidade das DC CD1a+ epiteliais sofreu influência da carga viral do HIV-1. Nosso estudo descreveu pela primeira vez a densidade das DC

  5. Utilidade da investigação rotineira de infecção fúngica pela broncoscopia em pacientes infectados ou não pelo HIV em um hospital geral, referência para SIDA Usefulness of routine investigation of fungal infection through bronchoscopy in patients HIV-infected or not in a general hospital, reference to AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Claudio Lazzarini-de-Oliveira

    1999-06-01

    Full Text Available Avaliamos a freqüência de fungos nos materiais de broncofibroscopia em pacientes infectados ou não pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV, quais as espécies de fungos mais encontradas e se a infecção pelo HIV alterava o perfil destes fungos. Foram revistas 1943 broncofibroscopias realizadas em hospital de referência para SIDA, no período de 1990-1995. Deste total, 47% foram realizadas em pacientes HIV positivos e 53% em HIV negativos . Dos 908 HIV positivos, 38 (4% tiveram diagnóstico de micose pulmonar enquanto que dos 1035 HIV negativos, somente 4 (0,2% tiveram tal diagnóstico (p The diagnostic yields and the spectrum of pulmonary fungal infection obtained in samples collected by fiberoptic bronchoscopy from HIV-positive and HIV-negative patients were evaluated from 1990 to 1995. A total of 1943 bronchoscopies were performed during this period, 47% in the HIV-positive group and 53% in the HIV- negative group. Of 908 HIV-positive patients, 38 (4% had a fungus isolated from the pulmonary sample whereas of 1035 HIV-negative patients, only 4 (0.2% had a fungus isolated. Histoplasmosis and Cryptococcosis were more frequently found in HIV-positive than in HIV-negative patients (p < 0.001. Paracoccidioides brasiliensis was found in only 3 patients, all of them immunocompetent. The study demonstrated that, despite the low yields, the HIV-positive group may benefit from routine screening for fungal elements in specimens obtained by fiberoptic bronchoscopy.

  6. La importancia del diagnóstico temprano en la supervivencia de los pacientes HIV positivos The importance of early diagnosis for the survival of HIV positive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darío A. Dilernia

    2010-10-01

    Full Text Available En la Argentina, el diagnóstico del HIV se realiza por solicitud voluntaria de los individuos o a través de la detección de sintomatología asociada a la infección. Sin embargo, debido a la elevada proporción de sujetos portadores que desconocen su estado serológico son necesarias nuevas estrategias. En el presente artículo mostramos cómo un modelo matemático predice el impacto de la expansión de la prueba diagnóstica del HIV en la Argentina. El modelo se basa en matrices de Markov y utiliza probabilidades de transición dependientes de parámetros obtenidos de estudios de cohortes nacionales e internacionales. Las predicciones incluyen tiempo en estadios clínicos y tratamiento, conteo de CD4, carga viral, estadío de infección, edad, tasas de mortalidad y proporción de infección desconocida a nivel poblacional. Las simulaciones se desarrollaron para la situación actual y para un escenario hipotético con diagnóstico más temprano. Mostramos predicciones que sugieren que el diagnóstico realizado antes de la progresión a sida incrementaría la expectativa de vida en unos 10.7 años. También, mostramos cómo la reducción del tiempo al diagnóstico hasta 5 años o menos desde la infección reduciría la tasa de mortalidad en el primer año de HAART de 7.6% a 2.1%, la proporción de infección no reconocida de 43.2% a 23.8% y la proporción de individuos con infección desconocida y que requieren tratamiento de 12% a 0.2%. Basados en estas predicciones resaltamos la importancia de implementar políticas de salud destinadas a detectar la infección por HIV en estadios tempranos en la Argentina.In Argentina, HIV diagnosis is reached by voluntary testing or symptom-based case findings. However, because of the high proportion of infected individuals unaware of their serologic status new strategies are required. In this article we show how a mathematic model predicts the impact of expanding HIV testing in Argentina. The model is

  7. Infección diseminada por Penicillium marneffei en un paciente HIV-positivo: Primera observación en la República Argentina Disseminated infection due to Penicillium marneffei related to HIV infection: First observation in Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GABRIELA SANTISO

    2011-12-01

    Full Text Available Se presenta el primer caso humano de peniciliosis por Penicillium marneffei observado en la República Argentina. El paciente era un joven de 16 años, HIV-positivo, procedente de un área rural del sur de China. El paciente fue internado en el Hospital "F. J. Muñiz" por padecer una neumonía grave con insufciencia respiratoria aguda. El agente causal fue aislado de un lavado broncoalveolar y se lo observó en un citodiagnóstico de piel. La identifcación de P. marneffei fue confrmada por las características fenotípicas del aislamiento y la amplifcación del ADNr. El enfermo padecía una infección muy avanzada por HIV que condujo a la aparición simultánea de infecciones por citomegalovirus, Pneumocystis jirovecii y procesos bacterianos nosocomiales. Este complejo cuadro derivó en una evolución fatal.The frst case observed in Argentina of AIDS-related human penicillosis is herein presented. The patient was a six- teen year-old young man coming from a rural area of southern China. He was admitted at the F. J. Muñiz Hospital of Buenos Aires city with severe pneumonia and adult respiratory distress. Penicillium marneffei was isolated from bronchoalveolar lavage fuid and was microscopically observed in a skin cytodiagnosis. P. marneffei identifcation was confrmed by rRNA amplifcation and its phenotypic characteristics. The patient suffered an advanced HIV infection and also presented several AIDS-related diseases due to CMV, nosocomial bacterial infections and Pneumocystis jirovecii which led to a fatal outcome.

  8. Comunicação entre mãe HIV+ e filho à luz da tacêsica em ambiente natural e experimental Comunicación entre madre VIH+ e hijo a la luz de la kinésica en ambiente natural y experimental Communication between HIV+ mother and child in the light of kinesics in a natural and experimental environment

    National Research Council Canada - National Science Library

    Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Ivana Cristina Vieira de Lima; Larissa de Fátima Pontes Aguiar; Nathália Lima Pedrosa

    2012-01-01

    ... expressão no relacionamento das mães com os bebês. Objetivou-se comparar a comunicação tacêsica entre mãe HIV positivo e seu filho, em ambiente natural e experimental, durante os cuidados maternos do banho e da troca...

  9. Occurrence of yeasts, enterococci and other enteric bacteria in subgingival biofilm of HIV-positive patients with chronic gingivitis and necrotizing periodontitis Ocorrência de leveduras, enterococos e outras bactérias entéricas no biofilme subgengival de pacientes HIV-positivos com gengivite crônica e periodontite necrosante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elerson Gaetti-Jardim Júnior

    2008-06-01

    áfico e de higiene bucal, sangramento à sondagem, condições gengivais e a perda de inserção. Os espécimes clínicos de sulcos gengivais ou bolsas periodontais foram inoculados em ágar Sabouraud dextrose com 100 mg/ml de cloranfenicol, água peptonada, caldo EVA, ágar EMB, ágar SS, ágar Bile esculina e ágar verde brilhante. O cultivo de leveduras foi realizado à temperatura ambiente, de 3-7 dias; das enterobactérias a 37ºC de 24-48 h. A identificação das leveduras foi realizada pela assimilação de carbono e nitrogênio, fermentação de açucares e formação de tubo germinativo. As bactérias de acordo com a morfologia celular e colonial e testes bioquímicos. Foram identificadas Candida albicans e sua prevalência foi maior em pacientes com contagens de CD4+ < 200/mm³, e sua ocorrência foi afetada pela extensão da destruição periodontal (P = 0,0345. Enterobacteriaceae e enterococos foram detectados em 32,5% dos pacientes com periodontite necrosante. As enterobactérias foram Enterobacter sakazakii, E. cloacae, Serratia liquefaciens, Klebsiella oxytoca e Enterococcus sp. Concluiu-se que bactérias patogênicas exógenas à cavidade bucal e C. albicans podem ser detectadas no biofilme subgengival de pacientes HIV-positivos com periodontite necrosante e gengivite.

  10. Atividade antifúngica de óleos essenciais frente a amostras clínicas de Candida albicans isoladas de pacientes HIV positivos Antifungal activity of essential oils against clinical samples of Candida albicans isolated from HIV-positive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.F.D. Almeida

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a atividade antifúngica dos óleos essenciais de Ocimum basilicum L. (manjericão, Cymbopogon martinii L. (palmarosa, Thymus vulgaris L. (tomilho e Cinnamomum cassia Blume (canela da china sobre cepas de Candida albicans isoladas de pacientes HIV positivos e cepa padrão (ATCC 76845. Quinze amostras clínicas de C. albicans (C1-C15 foram repicadas em ágar Sabouraud Dextrose, para confecção de suspensões em solução salina estéril (0,9% contendo 1,5 x 10(6 UFC mL-1. As emulsões dos óleos essenciais foram preparadas em água destilada estéril e tween 80, com concentrações variando entre 1024 µg mL-1 e 4 µg mL-1. A ação antifúngica foi determinada por meio da Concentração Inibitória Mínima (CIM utilizando-se a técnica da microdiluição. Foram utilizados como controles positivos a nistatina e o miconazol (50 µg mL-1. Os testes foram realizados em triplicata, sendo a CIM, a menor concentração capaz de inibir o crescimento das leveduras, observada por método visual de acordo com a turvação do meio de cultura. Para C. albicans (ATCC 76845, a CIM do óleo essencial de C. cassia foi 64 µg mL-1, enquanto para óleo de C. martinii foi 1024 µg mL-1. Para as cepas clínicas, verificou-se que a CIM de C. cassia para 80% das cepas foi 64 µg mL-1, sendo a variação dos valores da CIM entre 128 µg mL-1 e 64 µg mL-1. Observou-se que para 66,6% das amostras clínicas, a CIM de C. martinii foi 612 µg mL-1. Constatou-se que a nistatina não apresentou atividade frente às cepas clínicas (C1-C15, enquanto a atividade antifúngica do miconazol foi verificada em 100% das amostras. Não se constatou atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de O. basilicum e T. vulgaris, nas concentrações avaliadas. Concluiu-se que os óleos essenciais de C. cassia e C. martinii, em diferentes concentrações, apresentam atividade antifúngica sobre cepas de C. albicans isoladas de pacientes HIV positivos e cepa padr

  11. Vulnerabilidade de adolescentes escolares às DST/HIV, em Imperatriz - Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Pereira de Jesus Costa

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a vulnerabilidade de adolescentes escolares em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST e ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, identificando os principais comportamentos de risco e de prevenção. Estudo transversal, quantitativo, realizado em três escolas públicas estaduais de Imperatriz, MA, com 295 adolescentes, por meio da aplicação de questionário estruturado. Os resultados apontam que: a maioria dos jovens (86,3% que usaram preservativo na última relação sexual habitualmente mantém essa prática; 82,8% dos adolescentes que compreendem o conceito de HIV se protegem contra essa infecção e acreditam que a principal forma de contaminação é por via sexual, por via sanguínea ou através da barreira placentária. Conclui-se que a maioria dos adolescentes participantes apresentou conhecimento coerente sobre práticas sexuais e comportamentos de risco, que os tornam vulneráveis às DSTs e ao HIV, apresentando aspecto positivo para a prevenção destas doenças.

  12. Movement disorders in 28 HIV-infected patients Distúrbios do movimento em 28 pacientes infectados pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    James Pitágoras de Mattos

    2002-09-01

    Full Text Available From 1986 to 1999, 2460 HIV-positive inpatients were seen in our Hospital. Neurological abnormalities were detected in 1053 (42.8% patients. In this group, 28 (2.7% had involuntary movements, 14 (50% with secondary parkinsonism, six (21.4% with hemichorea/hemiballismus, four (14.2% with myoclonus, two (7.2% with painful legs and moving toes, one (3.6% with hemidystonia and one (3.6% with Holmes' tremor. The HIV itself (12 patients, toxoplasmosis of the midbrain (1 and metoclopramide-related symptoms (1 were the most probable causes for the parkinsonism. All patients with hemichorea/hemiballismus were men and in all of them toxoplasmosis of the basal ganglia, mostly on the right side, was the cause of the involuntary movements. Generalized myoclonus was seen in two patients and they were due to toxoplasmosis and HIV-encephalopathy respectively; two others presented with spinal myoclonus. The two patients with painful legs and moving toes had an axonal neuropathy. The patient with hemidystonia suffered from toxoplasmosis in the basal ganglia and the patient with Holmes' tremor had co-infection with tuberculosis and toxoplasmosis affecting the midbrain and cerebellum. We conclude that HIV-infected patients can present almost any movement disorder. They can be related to opportunistic infections, medications, mass lesions and possibly to a direct or indirect effect of the HIV itself.De 1986 a 1999, 2460 pacientes HIV-positivos internados foram avaliados em nosso Hospital. Alterações neurológicas foram encontradas em 1053 (42,8%. Neste grupo, 28 (2,7% exibiam movimentos involuntários, 14 (50% com parkinsonismo secundário, seis (21,4% com hemicoréia/hemiballismo, quatro (14,2% com mioclonias, dois (7,2% com painful legs and moving toes, um (3,6% com hemidistonia e um (3,6% com tremor de Holmes. No grupo com parkinsonismo, 12 eram, provavelmente, secundários ao HIV; um à toxoplasmose mesencefálica e outro desencadeado pela metoclopramida

  13. Religiosidade, enfrentamento e bem-estar subjetivo em pessoas vivendo com HIV/aids Religiosity, coping and well-being in people living with HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Bernardes de Faria

    2006-04-01

    Full Text Available O estudo investigou o poder de predição das variadas estratégias de enfrentamento, incluindo o enfrentamento religioso (ER, escolaridade e condição de saúde (assintomático ou sintomático em relação ao bem-estar subjetivo (afeto positivo e negativo, em 110 pessoas HIV+, 68,2% das quais eram homens, com idades entre 21 e 60 anos. Os instrumentos incluíram questionários elaborados para o estudo, Escala de Afetos Positivos e Negativos, Escala Modos de Enfrentamento de Problemas e Escala Breve de Enfrentamento Religioso. Análises-padrão de regressão múltipla indicaram que enfrentamento focalizado na emoção (preditor negativo, enfrentamento focalizado no problema e enfrentamento religioso positivo foram preditores do afeto positivo, com 30% de variância explicada. Em relação ao afeto negativo, observou-se contribuição do enfrentamento focalizado na emoção e do enfrentamento focalizado no problema (preditor negativo, totalizando 36% de explicação da variância. Os achados contribuem para melhor compreensão dos possíveis efeitos das diversas modalidades de enfrentamento sobre o bem-estar subjetivo, especialmente em pessoas soropositivas.The main objective of this study was to investigate some modalities of coping, including the religious coping (RC, educational level and health condition (symptomatic or asymptomatic to aids that predict positive and negative affect in sample consisted of 110 HIV positive patients, 68,2% males, between 21 and 60 years old. Proceedings included the assisted application of sociodemografic, medical-clinical and religious beliefs and practices questionnaires, the Positive and Negative Affect Scale, the Ways of Coping Scale and the Brazilian version of the BriefRCOPE. Multiple regression analysis indicated that the emotion-focused coping was the strongest (negative predictor, followed by problem-focused coping (8% and positive RC (2% which explained a total of 30% (adjusted of variance of positive

  14. Transtornos depressivos em usuários de drogas injetáveis infectados pelo HIV: um estudo controlado Depressive disorders in injecting drug users infected by the HIV virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Malbergier

    1999-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os transtornos psiquiátricos em pacientes usuários de drogas injetáveis infectados pelo HIV. MÉTODOS: Pacientes que se apresentavam para tratamento da dependência de drogas, foram divididos em dois grupos de acordo com a sorologia para o HIV (vírus da imunodeficiência humana, vírus causador da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS. Trinta pacientes HIV-positivos e 30 pacientes HIV-negativos submeteram-se a uma entrevista estruturada para avaliação de transtornos psiquiátricos. Inicialmente, foram analisados os transtornos depressivos e os relacionados ao uso de substâncias psicoativas. RESULTADOS: Os resultados revelaram que o diagnóstico de dependência de cocaína foi mais freqüente em pacientes infectados pelo HIV do que nos não-infectados. A sorologia positiva para o HIV não foi fator associado a maior prevalência de depressão. As tentativas de suicídio foram freqüentes nesta amostra, mas as freqüências foram iguais nos dois grupos. CONCLUSÃO: Os pacientes HIV-positivos tendem a diminuir ou cessar o consumo de cocaína após conhecimento de sua sorologia.OBJECTIVE: Study psychiatric disorders on injecting drug users infected by the HIV. METHODS: Injecting drug users entering treatment for drug dependence were selected in two groups according to their HIV (human immunodeficiency virus status. The HIV is a virus that causes AIDS (acquired immunodeficiency syndrome. Thirty HIV-positive and 30 HIV-negative patients were submitted to a structured interview to assess psychiatric disorders. Initially, depressive disorders and disorders related to substance use were analyzed. RESULTS: The results showed that the cocaine dependence diagnosis was more frequent in HIV infected patients than in the non-infected. Being HIV positive was not associated with higher prevalence of depression. Suicide attempts were frequent in this sample, but the frequencies were equal in the two groups. CONCLUSION: Patients

  15. Diagnóstico genotípico y fenotípico de tuberculosis ósea y miliar en un paciente positivo para HIV en Bogotá, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo F. Jurado

    2015-03-01

    Full Text Available La tuberculosis se considera la causa más frecuente de muerte producida por un solo agente infeccioso. El diagnóstico de la tuberculosis extrapulmonar no siempre es posible mediante los métodos convencionales debido al lento crecimiento del bacilo y a la naturaleza paucibacilar de las muestras, por lo que es necesario recurrir a las técnicas moleculares. El riesgo de tuberculosis, así como la mortalidad, aumenta en los pacientes con infección por HIV, en quienes el compromiso extrapulmonar es más frecuente. Se describe el caso de un hombre mestizo de 56 años de edad con sospecha de padecer tuberculosis, que asistió a consulta en el Hospital San Ignacio de Bogotá y relató haber tenido dolor en una lesión ulcerada localizada en el tercio distal del antebrazo derecho durante los dos meses anteriores y en quien se confirmó la infección por HIV. El examen histológico de los tejidos óseo y pulmonar demostró la presencia de granulomas múltiples, células gigantes y fibrosis. Tanto los cultivos como la reacción en cadena de la polimerasa en la secuencia de inserción 6110 (insertion sequence, IS6110 fueron positivos. Los aislamientos de Mycobacterium tuberculosis recuperados fueron sensibles a los medicamentos antituberculosos de primera línea.

  16. Estudo da reatividade vascular em portadores de HIV com e sem uso de inibidor de protease Estudio de la reactividad vascular en portadores de VIH con y sin uso de inhibidor de proteasa Study of vascular reactivity in HIV patients whether or not receiving protease inhibitor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton Nenrod Pereira Teixeira

    2009-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Considerando o alto número de pacientes infectados por HIV em uso de antirretrovirais, evoluindo com alteração da função endotelial e aterotrombose, levando ao alto custo médico social, é importante identificar mecanismos fisiopatológicos envolvidos com a função endotelial em portadores de HIV, para que, precocemente, possamos intervir e evitar a progressão da doença. OBJETIVO: Avaliar a função endotelial pela vasodilatação endotélio dependente e independente em pacientes HIV positivo e em grupo controle. MÉTODOS: O estudo avaliou 27 pacientes HIV positivo e 16 do grupo controle. A avaliação da função endotelial foi realizada por meio da vasodilatação da artéria braquial endotélio dependente (hiperemia reativa e independente (nitroglicerina SL. RESULTADOS: Pacientes HIV positivo em uso de inibidor de protease (IP apresentaram vasodilatação endotélio independente significativamente menor que os subgrupos HIV negativo (p = 0,020 e HIV positivo sem uso de IP (p = 0,034. A variação do diâmetro da artéria braquial durante hiperemia reativa não apresentou significância estatística em qualquer subgrupo. A análise de regressão linear múltipla mostrou que apenas o IP estava associado ao delta relativo da reatividade braquial pelo vasodilatador, nos pacientes HIV positivo, aos 60 e 90 segundos. CONCLUSÃO: Os pacientes HIV positivo em uso de IP apresentam disfunção endotélio independente quando comparados a pacientes HIV positivo que não fazem uso de IP e a um grupo controle.FUNDAMENTO: Considerando el alto número de pacientes infectados por VIH en uso de antirretrovirales, evolucionando con la alteración de la función endotelial y aterotrombosis, llevando al alto coste médico social, es importante identificar mecanismos fisiopatológicos implicados en la función endotelial en portadores de VIH, para que, precozmente, podamos intervenir y evitar la progresión de la enfermedad. OBJETIVO: Evaluar

  17. VDRL falso-positivo em recém-nascido filho de mãe portadora de síndrome antifosfolípide – relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Helena Mariano

    2015-10-01

    Full Text Available A incidência de sífilis congênita foi de 1,9 para cada 1000 nascimentos em 2005. Para alterar esse quadro, a prevenção e o diagnóstico no pré-natal e no parto foram reforçados pelo rastreamento com o VDRL. Apesar da alta sensibilidade desse teste, os resultados falso-positivos são possíveis, principalmente em doenças autoimunes e infecções, podendo ocorrer também a transferência passiva para o recém-nascido (RN. RN de J.L.S.A., 16 dias de vida, masculino, nascido em Sorocaba. Mãe com infecção urinária vigente no parto, sorologias negativas no 1º e 3º trimestre e histórico obstétrico de natimorto e aborto anteriores. Parto cesárea de urgência por pré-eclâmpsia e centralização fetal realizado com 30 semanas. RN pré-termo, pequeno para idade gestacional, muito baixo peso, desconforto neonatal precoce, infecção neonatal presumida. Evoluiu com apneia, sepse, plaquetopenia e crises convulsivas, permanecendo na UTI por 16 dias. Realizadas hemocultura e urocultura – negativas - e VRDL no RN e na mãe cujos resultados foram 1/2. Desse modo, iniciou-se o tratamento para o RN por sífilis congênita presumida. Devido baixos títulos e antecedentes maternos, foi pesquisada e confirmada Síndrome Antifosfolípide para mãe, concluindo-se tratar de um falso positivo para ambos. O relato tem como objetivo enfatizar a importância no cuidado do rastreamento eficaz da sífilis congênita, por se tratar de transmissibilidade vertical de uma doença sexualmente transmissível, o que pode abalar a integridade de uma família.

  18. Manejo clínico da gestante com hiv positivo nas maternidades de referência da região do Cariri Manejo clínico de la embarazada hiv positivo en las maternidades de referencia de la región de Cariri Clinical management of the hiv positive pregnant women in reference maternities from the region of Cariri

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Thania Dias de Lima

    2010-09-01

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou identificar como ocorre o manejo clínico e medicamentoso da gestante com HIV nas maternidades de referência da região do Cariri. Estudo descritivo, retrospectivo, com dados de 22 prontuários e 21 fichas de notificação entre agosto de 2003 e setembro de 2007, analisados por estatística descritiva. Todas as gestantes realizaram 4 a 6 consultas de pré-natal. A maioria recebeu profilaxia com AZT; foram realizados 16 testes rápidos para o HIV. O parto cesáreo foi o mais utilizado; 17 receberam AZT intraparto e esquema completo; 9 iniciaram o AZT intravenoso antes de três horas de internação. No puerpério, sete realizaram inibição mecânica da lactação; duas, inibições hormonais; e oito, os dois métodos. Todos recém-nascidos receberam AZT oral e fórmula infantil. As maternidades investigadas seguem as orientações do MS quanto: uso de teste rápido, escolha do tipo de parto, profilaxia com AZT intravenoso, inibição da lactação e cuidados imediatos aos recém-nascidos.Esta investigación objetivó identificar como ocurre el manejo clínico y medicamentoso de las mujeres embarazadas con VIH en las maternidades de referencia de la región de Cariri. Estudio descriptivo, retrospectivo, con datos de 22 prontuarios y 21 fichas de notificación de agosto de 2003 hasta septiembre de 2007, analizados por estadística descriptiva. Todas las mujeres embarazadas realizaron de 4 a 6 consultas de prenatal. La mayoría recibió profilaxis con AZT; realizados 16 exámenes rápidos para el VIH. El parto [cesáreo] fue el más utilizado; 17 recibieron AZT intraparto y esquema completo; 9 iniciaron el AZT intravenoso antes de tres horas de internación. En el puerperio, siete realizaron inhibición mecánica de la lactación, dos inhibiciones hormonales y ocho, los dos métodos. Todos los recién nacidos recibieron AZT oral y fórmula infantil. Las maternidades investigadas siguen las orientaciones del MS cuanto: uso

  19. Fatores preditivos de metástases axilares em pacientes com câncer de mama e biópsia de linfonodo sentinela positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Feitosa Costa Neto

    Full Text Available RESUMO Objetivo: avaliar os fatores de risco para presença de doença metastática axilar não sentinela em pacientes com câncer de mama e biópsia do linfonodo sentinela positiva. Métodos: estudo transversal, retrospectivo, de mulheres com câncer mamário operadas no Instituto do Câncer do Ceará, entre os anos de 2002 e 2012 e submetidas à biópsia de linfonodo sentinela. Resultados: de 946 pacientes com câncer de mama, 331 foram submetidas à biópsia de linfonodo sentinela, que foi positiva em 83. Estas foram submetidas à linfadenectomia axilar e 39 (46% apresentaram metástases em outros linfonodos axilares. As variáveis que foram significantes para doença axilar adicional foram Ki67>14 (p=0,043, presença de invasão angiolinfática (p=0,01 e tamanho tumoral (p=0,027. Não foi observado associação com receptores de estrogênio, progesterona, grau tumoral e Her-2. Discussão: a presença de invasão angiolinfática e tamanho tumoral tambémjáforam relacionados à metástase axilar adicional em outros estudos. Além destas variáveis observou-se o mesmo efeito preditivo quando avaliamos o Ki67. A validação destes resultados poderá permitira customização do tratamento do câncer de mama, podendo reduzir sua morbidade. Conclusão: invasão angiolinfática, tamanho tumoral (T3/T4 e Ki67>14 foram fatores preditivos de acometimento de metástase axilar além do linfonodo sentinela.

  20. Campylobacter sp in eggs from cloacal swab positive breeder hens Campylobacter sp em ovos provenientes de matrizes pesadas com swab cloacal positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Belchiolina Beatriz Fonseca

    2006-12-01

    Full Text Available Campylobacter sp is a microaerophilic, thermotolerating Gram negative bacterium, known to be one of the main causes of food-borne human infections. Among the foods that carry these microorganisms, the chicken is outstanding. In Brazil, a large chicken exporting country, few researches are conducted about their prevalence in breeder hens and the transmission through eggs. The aim of this research was to verify the presence of Campylobacter sp in the shells and within the eggs from positive cloacal swab breeder hens. Microbiological analyses were made on cloacal swabs of 140 weighed breeder hens. The positive breeder hens were set aside and in a total of 244 of their eggs, Campylobacter sp was present in macerated shells and yolk contents during 7 weeks. Out of the 140 researched breeder hens, 25 (17.8% were positive from cloacal swabs, however the eggs were not positive. The physiological characteristics of the birds, their eggs and Campylobacter sp favor the bacterium entering and surviving in the eggs, but in this study, no positive result was found in macerated shells or in the yolks, indicating that vertical transmission is probably an unusual event.Campylobacter sp é reconhecida como uma das principais causas de gastrenterite humana de origem alimentar. Dentre os alimentos veiculadores desses microrganismos, a carne de frango tem sido a mais implicada. Os estudos existentes sobre a transmissão vertical da Campylobacter são escassos e não conclusivos. O objetivo desse estudo foi verificar a presença de Campylobacter sp na casca e interior de ovos de matrizes positivas em swabs cloacais e a possibilidade de transmissão vertical. Foram analisados swabs cloacais de 140 matrizes pesadas e seus ovos colhidos para análise durante 7 semanas consecutivas. Dos 244 ovos colhidos, 129 foram fumigados e 115 analisados sem tratamento. Foram analisados o macerado da casca e a gema. Das 140 matrizes pesquisadas, 25 (17,8% foram positivas em swabs

  1. Imunofenotipagem dos linfócitos positivos para indoleamina 2,3 dioxigenase (IDO em cultura de células de placenta bovina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Catoia

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo A gestação é um estado fisiológico que exige adaptações imunológicas para que transcorra normalmente. Nesse período a mãe e o feto apresentam uma relação imunológica, ou seja, a interface materno fetal. A enzima indoleamina 2,3 dioxigenase (IDO desempenha um papel importante na tolerância materno fetal, por ser responsável pela metabolização do triptofano, impedindo por diversas vias a proliferação principalmente de linfócitos TCD8. Diversos tipos celulares estão presentes na interface materno fetal e vários deles podem expressar a IDO. Os leucócitos com perfil Th1 produzem uma citocina conhecida: o interferon γ que estimula a expressão da IDO em vários tipos celulares. Os linfócitos são divididos em subpopulações de acordo com sua função e fenótipo. Seus tipos incluem linfócitos T, linfócitos B e as células natural killer (NK. Hormônios também atuam nesse processo a progesterona que exerce função determinante sobre a resposta imunológica materna podendo alterar o prognóstico gestacional e o estrógeno essencial para a tolerância materno fetal e manutenção da prenhez. Dessa maneira este trabalho tem por objetivo principal identificar os linfócitos presentes na placenta bovina em cultivo que expressam IDO (linfócitos T, linfócitos B e células NK, frente a estimulação por progesterona, estrógeno e interferon γ nas diversas fases gestacionais utilizando a citometria de fluxo. Segundo os resultados no período de 67,5 a 77, 5 dias com a adição de interferon γ a expressão da enzima IDO aumentou discretamente nos linfócitos TCD3, TCD4, e diferente dos linfócitos T CD8 apresentaram uma elevada expressão da enzima (4,48 ± 2,12 - 8,65± 4,91. No período de 92,5 a 172, 5 dias os linfócitos TCD4, TCD8 e TCD25 apresentaram uma diminuição da IDO. No período final de 195 a 222,5 dias, os linfócitos TCD3, TCD4 e os BCD25 aumentaram a expressão da IDO quando submetidos ao interferon

  2. Alcohol, drugs, and risky sexual behavior are related to HIV infection in female adolescents Álcool, drogas e comportamento sexual de risco estão relacionados à infecção por HIV em mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Margareth Siqueira Bassols

    2010-12-01

    ", apenas "risco por drogas" esteve associada com o estado sorológico HIV positivo (OR = 4,178 IC 95% = 1,476-11,827. CONCLUSÃO: Nossos achados indicam que a alta soropositividade encontrada nas jovens adolescentes que procuraram testagem evidencia a necessidade de que se desenvolvam medidas de intervenção preventivas especialmente dirigidas para comportamento de risco em mulheres adolescentes para evitar a disseminação da infecção HIV.

  3. Comparação das contagens das células de Langerhans de tecidos contendo carcinoma anal em doentes com e sem infecção pelo HIV Comparison of Langerhans cells counts from tissues containing anal carcinoma of patients with and without HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Roberto Nadal

    2006-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As células de Langerhans (LC são derivadas da medula óssea e constituem-se nas principais apresentadoras de antígeno da pele.conferindo desta forma, a resposta imune cutânea. Seu número está reduzido nos imunodeprimidos, incluindo na infecção pelo HIV, e a presença do tumor inibe sua migração, impedindo que os linfócitos T promovam regressão das células neoplásicas. OBJETIVO: Conhecer as diferenças entre as contagens de LC no tecido tumoral de doentes de carcinomas anais com e sem AIDS. MÉTODO: Avaliamos 24 doentes, sendo 14 com HIV e 10 outros sem HIV . O tratamento para o carcinoma foi semelhante nos dois grupos. Cortes retirados de blocos parafinados submetidos ao teste imunoistoquímico com anticorpo anti-CD68. Contamos as LC com método da histometria e os comparamos aos números obtidos com amostras previamente conhecidas de doentes sem doença infecciosa anorretal ou infecção pelo HIV. Revisamos também a evolução e as contagens séricas de linfócitos T CD4+ de doentes HIV-positivos. RESULTADOS: Observamos que o carcinoma anal foi mais freqüente em mulheres HIV-negativas e em homens HIV-positivos e que esses ultimos eram mais jovens. As LC foram menos numerosas nos doentes HIV-positivos e as maiores contagens estavam associadas com pior evolução. Os doentes HIV-positivos com os níveis mais baixos de linfócitos T CD4+ também tiveram as piores evoluções. CONCLUSÃO: Concluímos que as LC estavam diminuídas nos doentes HIV-positivos, portadores de carcinoma anal, quando comparados aos soronegativos.Langerhans cells (LC are bone marrow derived dendritic cells that represent the major antigen-presenting cells (APC in the skin, thus representing an integral part of the cutaneous immune response. Immunossupression decreases their number, including HIV infection, and skin tumors products are sufficient to immobilize LC within the tumor, preventing their migration to lymph nodes. This reduces the

  4. Ações educativas com enfoque positivo em programa de conservação auditiva e sua avaliação Positive focus in educational interventions in a hearing conservation program and its evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Bramatti

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o conhecimento adquirido pelos trabalhadores de uma empresa frigorífica após uma ação educativa sobre proteção auditiva. MÉTODOS: foram comparadas as atitudes, intenções e comportamentos de proteção da audição adotados por 61 trabalhadores pré e pós-treinamento, avaliando a efetividade das mensagens através do uso de estímulos positivos. Foram utilizados os questionários "Crenças e Atitudes sobre Proteção Auditiva e Perda Auditiva", os quais foram aplicados antes e após a intervenção na forma de treinamento coletivo. RESULTADOS: os escores dos questionários sobre a percepção de suscetibilidade de adquirir uma perda auditiva e a percepção de obstáculos para uma ação preventiva se mostraram associados às variáveis sexo e tempo de empresa; a percepção de severidade das conseqüências de uma perda auditiva associada ao nível de ruído; normas sociais associada ao tempo de empresa, e a auto-eficácia associada ao resultado da audiometria. CONCLUSÃO: o treinamento com enfoque positivo ocasionou mudanças significativas na percepção de benefícios e de obstáculos de uma ação preventiva em comparação ao grupo de trabalhadores que não recebeu treinamento. Esse estudo possibilitará uma intervenção cujo foco será nas áreas consideradas mais deficitárias com a elaboração de propostas e materiais mais específicos e eficazes para os treinamentos que fazem parte do Programa de Conservação Auditiva. O uso de um questionário sobre as crenças e atitudes como o selecionado permite a identificação de temas que necessitam de clarificação em ações educativas.PURPOSE: to evaluate the efficacy of an educational intervention on hearing protection in a group of 61 workers at a meat packing company. METHODS: one group of workers participated in a training session that used positive messages; the other group of workers received no intervention. The two versions of the NIOSH "Beliefs and

  5. Determinação da Concentração Inibitória Mínima do Clotrimazol e da Terbinafina sobre isolados de Candida albicans oriundas da mucosa bucal de pacientes HIV positivos e HIV negativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Ribeiro CLAUDINO

    2012-01-01

    Full Text Available Candidiasis is a fungi infection caused by yeasts from Candida genus, that live in the mucosas and justcauses illness when there are favoring conditions to its growth, like immune compromised HIV infected patients.Resistance reports verified in Candida albicans isolates, especially in those immune compromised, and fast andefficient treatment need cause there to be a great interest in studies capable of using in vitro susceptibility tests toadequate therapy choose. The objective of this study was to determine the Minimum Inhibitory Concentration (MIC ofantifungal agents clotrimazole and terbinafine on 19 isolates of Candida albicans isolated from HIV positive patients and HIV-negative with oral erythematous candidiasis to detect possible resistance. Using agar antifungal dilutionthecnic and sample at demarcated regions on Petri dish. It was verified that MIC to terbinafine varied from 32 to 128μg/mL while to clotrimazole, MIC varied from 16 to 128 μg/mL. This study allowed concluding that almost samplesshowed elevated MIC values among HIV positive or negative patients.

  6. Determinação da Concentração Inibitória Mínima do Clotrimazol e da Terbinafina sobre isolados de Candida albicans oriundas da mucosa bucal de pacientes HIV positivos e HIV negativos

    OpenAIRE

    André Luis Ribeiro CLAUDINO; Cristiane Sbruzi GRANJA; Adriene Ribeiro LIMA; Claudete Rodrigues PAULA; Natanael Atilas ALEVA; Renata Beatriz SILVA; Jorge Kleber CHAVASCO

    2012-01-01

    Candidiasis is a fungi infection caused by yeasts from Candida genus, that live in the mucosas and justcauses illness when there are favoring conditions to its growth, like immune compromised HIV infected patients.Resistance reports verified in Candida albicans isolates, especially in those immune compromised, and fast andefficient treatment need cause there to be a great interest in studies capable of using in vitro susceptibility tests toadequate therapy choose. The objective of this study ...

  7. Potent Anti-HIV Activities and Mechanisms of Action of a Pine Cone Extract from <em>Pinus yunnanensisem>>

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yong-Tang Zheng

    2012-06-01

    Full Text Available The anti-HIV activities of a pine cone extract (YNS-PY-F from <em>Pinus yunnanensisem> have been evaluated, and its mechanisms of action were also explored. The pine cone extract, YNS-PY-F, potently inhibited HIV-1IIIB, HIV-1RF, HIV-1A17, HIV-1AO18 and HIV-2ROD and induced cytopathic effect in C8166 cells with EC50 values of 0.96 μg/mL, 1.53 μg/mL, 0.88 μg/mL, 7.20 μg/mL and 6.17 μg/mL, respectively. The quantification of a p24 production assay showed that YNS-PY-F significantly inhibited the acute replication of HIV-1IIIB, HIV-1RF, HIV-1A17 and HIV-1AO18 in C8166 cells. An MTT assay showed that YNS-PY-F also significantly inhibited the HIV-1IIIB induced cytolysis in MT-4 cells with an EC50 value of 2.22 μg/mL. The mechanism assays showed that YNS-PY-F had potent inhibitory effects on the fusion between infected cells and uninfected cells, and the activity of HIV-1 reverse transcriptase, with EC50 values of 7.60 μg/mL and 4.60 μg/mL, respectively. Overall, these data suggest that the pine cone extract from <em>Pinus yunnanensisem> has potent inhibitory activities against HIV-1IIIB, HIV-1RF, RT inhibitor-resistant strains HIV-1A17 and HIV-1AO18, and HIV-2ROD, and its anti-HIV mechanisms include inhibition of HIV entry and inhibition of reverse transcriptase activity.

  8. Perfil de susceptibilidade a antimicrobianos em amostras de cocos Gram-positivos, catalase negativos, isoladas de mastite subclínica bubalina Profile of antimicrobial susceptibility in strains of Gram positive cocos, negative catalase, isolated from buffalo subclinical mastitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria C.E. Vianni

    2003-06-01

    Full Text Available Estudou-se o perfil de susceptibilidade a antimicrobianos em cocos Gram-positivos catalase negativos (21 amostras de Lactococcus garvieae e 6 de Enterococcus gallinarum, isoladas do leite de fêmeas com mastite subclínica e pertencentes a uma população composta por seis rebanhos bubalinos localizados no Estado do Rio de Janeiro. O teste utilizado foi o da difusão de discos em agar Müller Hinton, segundo recomendações do National Committee for Clinical Laboratory Standards - NCCLS, tendo sido testados discos com ampicilina (10mg, cefalotina (30mg, cefotaxima (30mg, cefoxitina (30mg, cloranfenicol (30mg, eritromicina (15mg, gentamicina (10mg, nitrofurantoína (300mg, norfloxacina (10mg, penicilina (10 UI, tetraciclina (30mg e vancomicina (30mg. Os resultados evidenciaram que em se tratando de Lactococcus garvieae, o antimicrobiano mais eficiente foi o nitrofurantoína com 85,71% de sensibilidade, seguido da cefotaxima (61,90%, vancomicina (52,38%, norfloxacina (47,62% e cefalotina (47,62%. A maior resistência foi desenvolvida frente a penicilina e ampicilina, com 95,24% de resistênciapara os dois antimicrobianos testados. O perfil de susceptibilidade desenvolvido pelas amostras de Enterococcus gallinarum, mostrou baixa sensibilidade frente aos antimicrobianos testados, onde os maiores índices foram observados frente eritromicina e gentamicina, com 33,34% de sensibilidade para ambos; quanto à resistência desenvolvida, foi possível observar 100% de resistência com relação a vancomicina e tetraciclina, seguindo-se cloranfenicol, penicilina, ampicilina, cefoxitina, cefalotina, cefotaxima, norfloxacina e nitrofurantoína, todas evidenciando uma resistência de 83,33% das amostras testadas.The susceptibility of antimicrobials was studied in Gram positive and catalase negative cocci (21 samples of Lactococcus garvieae and 6 Enterococcus gallinarum, isolated from the milk of cows with subclinical mastitis, belonging to six buffalo herds in

  9. Depressive symptoms in HIV-infected patients treated with highly active antiretroviral therapy Sintomas depressivos em pacientes infectados pelo HIV tratados por terapia antiretroviral altamente ativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marysabel Pinto Telis Silveira

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUCTION: The prevalence of depressive disorders in HIV-infected patients ranges from 12% to 66% and is undiagnosed in 50% to 60% of these patients. Depression in HIV-infected individuals may be associated with poor antiretroviral treatment (ART outcomes, since it may direct influence compliance. OBJECTIVE: To assess the presence of symptoms and risk factors for depression in patients on ART. METHODS: Cross-sectional study. Certified interviewers administered questionnaires and the Beck Depression Inventory (BDI, and participants' self-reported compliance to ART. Clinical and laboratory variables were obtained from clinical records. Patients with BDI > 12 were defined as depressed. RESULTS Out of the 250 patients invited to participate, 246 (98% consented. Mean age was 41 ± 9.9 years; most were male (63%. Income ranged from 0-14 Brazilian minimum wages. AIDS (CDC stage C had been diagnosed in 97%, and 81% were in stable immune status. One hundred ninety-one (78% reported compliance, and 161 (68% had undetectable viral loads. The prevalence of depressive symptoms was 32% (95% CI 26-40. In multivariate analysis, depressive symptoms were significantly associated with income (prevalence ratio [PR] = 0.85; 95% CI 0.74-0.97; p = 0.02. CONCLUSIONS: Depressive symptoms are frequent in patients on ART, and are associated with low income.INTRODUÇÃO:A prevalência de transtornos depressivos em pacientes infectados pelo HIV varia de 12% a 66% e não é diagnosticada em 50% a 60% desses pacientes. A depressão em indivíduos HIV positivo pode se associar a resultados fracos do tratamento antirretroviral (TAR porque pode influenciar diretamente a aderência ao regime. OBJETIVO: Avaliar a presença de sintomas e de fatores de risco de depressão em pacientes em TAR. MÉTODOS: Estudo em corte transverso. Entrevistadores certificados administraram questionários e o Beck Depression Inventory (BDI, e os participantes fizeram o autorrelato da aderência ao

  10. EL LADO POSITIVO DEL PRESENTISMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lynn Fendler

    2009-01-01

    Full Text Available El presentismo es visto generalmente como un mal necesario en historiografía. Este artículo explora lo positivo de esta inevitabilidad. Aplicando un enfoque filosófico al análisis discursivo en la tradición de la nueva historia cultural, se distingue -de una parte- entre un uso estratégico del presentismo, y -de otra- un enfoque racionalista en historia. El artículo concluye considerando algunas implicaciones políticas en historiografía de las explicaciones racionalistas y de las explicaciones estratégicamente presentistas. Los modos de comprensión racionalistas inscriben las expectativas del pasado en las visiones del futuro; asignando al historiador el papel de profeta; y perpetuando nociones de agentes ahistóricos. En contraste, las historias estratégicamente presentistas incorporan una orientación que deliberadamente emplea las lentes y perspectivas del presente en orden a tener en cuenta supuestos y perspectivas actuales. Cuando las asunciones son examinadas en relación a las perspectivas presentistas, dichos presupuestos sueltan su rienda en el pensamiento. Dado que el presentismo es inevitable, no debe ser desestimado por completo, sino que debe ser una cuestión sondeada y examinada críticamente. Con dicho foco, el presentismo estratégico en la historiografía debe posibilitar una reflexión sobre los límites de lo que es posible pensar.

  11. Risk factors of HIV-related oral lesions in adults Factores de riesgo de lesiones bucales asociadas al VIH en adultos Fatores de risco de lesões bucais associadas ao HIV em adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Noel Marzano Rodrigues Petruzzi

    2013-02-01

    desarrollar infecciones oportunistas en adultos VIH positivos, independientemente del uso de terapia anti=retroviral.OBJETIVO: Analisar fatores de risco para a ocorrência de lesões bucais em adultos soropositivos para o HIV. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo analítico de prontuários médicos/odontológicos de 534 pacientes com lesões bucais associadas ao HIV em Porto Alegre, RS, no período de 1996 a 2011. Os dados foram coletados em cinco centros de referência em saúde para o atendimento de portadores do HIV e comorbidades associadas. Os dados sociodemográficos e clínico-laboratoriais foram coletados em formulários padronizados. Foram incluídos dados exclusivamente de lesões com diagnóstico definitivo e classificadas de acordo com os critérios da ECC on Oral Problems Related to HIV Infection. A análise dos dados foi realizada mediante a aplicação de tabulações cruzadas, teste do Qui-quadrado e modelos de regressão logística. RESULTADOS: Níveis de CD4+ 5.000 cópias/mm³ (p = 0,003 e tabagismo (p = 0,005. CONCLUSÕES: Graus de imunodeficiência moderados e severos e cargas virais detectáveis foram fatores de risco para o desenvolvimento de lesões bucais. O consumo de tabaco e álcool aumentou a suscetibilidade de desenvolver infecções oportunistas em adultos HIV positivos, independentemente do uso de terapia antirretroviral.

  12. Associação dos biomarcadores com aterosclerose e risco para doença coronariana em portadores de HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Conceição Brandão de Arruda Falcão

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso maciço da Terapia Antirretroviral (TARV na população com vírus da imunodeficiência adquirida (HIV coincidiu com um aumento das doenças cardiovasculares, causa importante de morbimortalidade nesse grupo. OBJETIVO: Determinar a frequência de aterosclerose carotídea e avaliar a associação entre os níveis dos biomarcadores e o espessamento da camada médio-intimal carotídea em indivíduos HIV positivos, atendidos em serviços de referência para HIV em Pernambuco. MÉTODOS: Corte transversal com 122 pacientes HIV positivos. Considerou-se aterosclerose carotídea subclínica o aumento da espessura da camada média intimal da carótida comum > 0,8 milímetros ou placas no ultrassom de carótidas. Os biomarcadores inflamatórios analisados foram IL6, IL1-β, TNF-α, PCR-ultrassensível, sVCAM-1 e sICAM-1. RESULTADOS: Dos 122 pacientes analisados, a maioria era de homens (60,7%, com > 40 anos (57,4%, em uso de TARV (81,1%. A prevalência de aterosclerose foi de 42,6% (52 casos. Pacientes com idade acima de 40 anos e Framingham intermediário ou alto apresentaram maior chance de desenvolver aterosclerose na análise univariada. Idade acima de 40 anos (OR = 6,57 IC 2,66 -16,2; p = 0,000, sexo masculino (OR = 2,76 IC 1,12-6,79; p = 0,027 e a condição de síndrome metabólica (OR = 2,27 IC 0,94-5,50; p = 0,070 mostraram-se associados à aterosclerose na análise multivariada. Níveis elevados de citocinas inflamatórias e moléculas de adesão não mostraram associação com a presença de aterosclerose. CONCLUSÃO: Não houve associação entre os biomarcadores inflamatórios, moléculas de adesão e presença de aterosclerose carotídea. Entretanto, evidenciou-se em homens, pessoas com mais de 40 anos, portadores de escore de Framingham intermediário/alto ou síndrome metabólica maior chance de aterosclerose subclínica.

  13. SOMATÓTIPO E IMAGEM CORPORAL EM PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Coutinho de Medeiros

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO Introdução: A terapia antirretroviral de alta atividade (HAART está associada ao surgimento de diversos efeitos adversos na população com HIV/Aids, dentre as quais, a lipodistrofia. Caracterizada pela reorganização anormal de gordura pelo corpo, é um dos efeitos mais relevantes, envolvendo riscos cardiometabólicos e prejuízos na imagem corporal. Objetivo: Analisar a somatotipia e a imagem corporal em pessoas vivendo com HIV/AIDS. Métodos: A amostra foi composta por cinco mulheres (47,8 ± 6,53 anos em uso da HAART e fisicamente ativas. Foi realizada uma intervenção com o treinamento concorrente e aconselhamento dietético e avaliou-se a conformação corporal pelo somatótipo e a imagem corporal pela escala de silhuetas. Resultados: Não houve diferença na classificação do somatótipo, entretanto, os resultados apontaram diferença significativa para a análise da distância de dispersão entre somatótipos (DDS na 1ª semana (DDS = 2,63 e 16ª semana de intervenção (DDS = 2,96, quando avaliado pelas médias; e quando avaliado individualmente, verificou-se diferença significativa tanto na DDS quanto na distância espacial entre somatótipos (DES nos casos 1, na 8ª semana (DDS = 3,20 e DES = 1,01 e 16.a semana (DDS = 2,73; e caso 3, na 1ª semana (DDS = 9,25 e DES = 1,44 e 16ª semana (DDS = 8,06 e DES = 1,37. Quanto à imagem corporal, observou-se a aproximação da imagem atual à imagem ideal (imagem atual inicial = 6; imagem atual final = 5; e imagem ideal inicial e final = 3. Conclusão: O programa de treinamento concorrente associado à orientação nutricional produziu resultados positivos tanto no somatótipo quanto na percepção da imagem corporal das participantes, comprovando sua eficácia no controle da lipodistrofia e na satisfação da imagem corporal do grupo avaliado.

  14. Marcadores sorológicos da hepatite B em usuários de um Centro de Testagem para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Maria Rita de Cassia Costa

    2001-01-01

    Full Text Available Esta investigação objetivou estudar a prevalência de marcadores sorológicos de infecção pelo vírus da hepatite B e analisar possíveis fatores de risco em 404 usuários submetidos à sorologia anti-HIV no Centro de Testagem e Aconselhamento de Ribeirão Preto, SP, Brasil. A prevalência global dos marcadores para o vírus da hepatite B foi de 14,6%, idêntica à encontrada para o anti-HBc, com valores de 1% para o HBsAg e anti-HBc IgM. Após ajuste por regressão logística, os marcadores de infecção do vírus B mostraram associação com as variáveis: idade, local de residência, uso de drogas endovenosas e positividade para o HIV. A prevalência de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana foi de 6,9%. Marcadores do vírus B foram detectados em 55,6% dos usuários de drogas endovenosas e em 42,9% dos positivos ao vírus da imunodeficiência humana, confirmando altos índices de infecção nestes grupos específicos.

  15. Morbidade associada a cesariana eletiva em portadoras do HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocco Regina

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar se a cesariana eletiva na 38ª semana de gestação para pacientes portadoras do vírus HIV, com a finalidade de reduzir a transmissão vertical, aumenta a morbiletalidade materna. MÉTODOS: foram incluídas 58 pacientes portadoras do vírus submetidas ao protocolo ACTG 076 completo (associação da zidovudina oral no pré-natal com a forma venosa no momento do parto, que foram submetidas a cesariana eletiva na 38ª semana de gravidez. O grupo controle constituiu-se de 226 grávidas não infectadas (as quatro pacientes submetidas a cesariana eletiva após cada cesariana em paciente portadora do HIV. As variáveis analisadas nos dois grupos foram: atonia uterina, febre puerperal, infecções de parede abdominal, infecções urinárias, endometrite, perda sangüínea, tempo operatório e tempo de internação. A análise estatística foi feita com o teste do c² (teste de Fisher quando havia caselas com menos de 5 casos. O risco relativo (RR foi calculado com o programa Epi-Info 6.0. RESULTADOS: os resultados mostram que a cesariana eletiva realizada em pacientes portadoras do HIV, quando comparada com o grupo controle, não apresentou maior incidência de atonia uterina (p=1,6, de febre puerperal (p=0,6, de infecções de parede abdominal (p=0,6, de infecções urinárias (p=0,2 e de endometrite (p=0,3. No entanto, houve maior perda sangüínea (risco relativo de 2,2, e maior tempo operatório (risco relativo de 3,3. A paciente portadora do HIV permaneceu menos tempo internada que aquela do grupo controle (risco relativo de 0,3. CONCLUSÃO: conclui-se que não houve aumento da morbidade materna ao se optar pela cesariana como desfecho da gestação da paciente portadora do vírus HIV.

  16. Fatores psicossociais e a infecção por HIV em mulheres, Maringá, PR Psychosocial aspects of HIV infection among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilda Neves Alves

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a percepção do risco de infecção em mulheres infectadas pelo HIV, antes de elas receberem o resultado positivo para essa patologia. MÉTODOS: Estudo exploratório com entrevistas em profundidade em amostra de conveniência constituída de 26 mulheres que freqüentavam o ambulatório de um centro regional de saúde em Maringá, PR. A entrevista foi semidirigida com um roteiro de perguntas fechadas e abertas sobre características sociodemográficos, conhecimento sobre prevenção primária e secundária, percepção de risco antes do teste positivo para HIV, impacto do resultado em suas vidas -- inclusive a sexual -- depois de saberem ser portadoras do vírus. Os resultados foram analisados pela metodologia de análise de conteúdo. RESULTADOS: Apesar de ter consciência de que essa doença pode atingir qualquer um, nenhuma das 26 mulheres estudadas acreditava estar infectada pelo HIV/Aids. Os mecanismos psicológicos, "negação", "evitação", "onipotência do pensamento" e "projeção" foram os que puderam ser identificados como aqueles que as mulheres mais utilizaram para lidar com as dificuldades e as ansiedades decorrentes da percepção de risco e das normas e relações de gêneros hegemônicas presentes na cultura brasileira. Verificou-se que, se o uso desses mecanismos alivia a angústia, por outro lado aumenta a vulnerabilidade das mulheres. Elas se sentem incapazes de atuar, e muitas mantêm relações sexuais desprotegidas com os parceiros, expondo-se à gravidez indesejada e à reinfecção. CONCLUSÕES: Os programas de prevenção do HIV devem considerar também aspectos psicológicos, socioeconômicos e culturais que interferem na vulnerabilidade das mulheres, antes e depois da infecção. Para haver maior alcance de suas ações, os programas devem ir além da distribuição massiva de informações e usar abordagens psicoeducativas em pequenos grupos que estimulem a conscientização das mulheres para al

  17. Estudo da reatividade vascular em portadores de HIV com e sem uso de inibidor de protease

    OpenAIRE

    Teixeira, Hamilton Nenrod Pereira; Mesquita, Evandro Tinoco; Ribeiro, Mário Luiz; Bazin, Anna Ricordi; Mesquita, Cláudio Tinoco; Teixeira, Manuel Pereira; Pellegrini, Rafael da Cunha; Nóbrega, Antonio Claudio Lucas da

    2009-01-01

    FUNDAMENTO: Considerando o alto número de pacientes infectados por HIV em uso de antirretrovirais, evoluindo com alteração da função endotelial e aterotrombose, levando ao alto custo médico social, é importante identificar mecanismos fisiopatológicos envolvidos com a função endotelial em portadores de HIV, para que, precocemente, possamos intervir e evitar a progressão da doença. OBJETIVO: Avaliar a função endotelial pela vasodilatação endotélio dependente e independente em pacientes HIV posi...

  18. Controle de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1: relato de caso

    OpenAIRE

    Duarte,Geraldo; Figueiró-Filho,Ernesto Antonio; El Beitune,Patrícia; Quintana,Silvana Maria; Marcolin,Alessandra Cristina; Yano,Rafael Kioshi; Cavalli,Ricardo de Carvalho

    2004-01-01

    A redução da transmissão vertical (TV) do vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1) utilizando a profilaxia com a zidovudina (AZT) representa significativo avanço na assistência pré-natal e obstétrica destas pacientes. Condutas obstétricas invasivas são contra-indicadas em gestantes portadoras do HIV-1, em face do risco de aumento da taxa de TV deste vírus. Os autores relatam um caso de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1, que exigiu drenagem por amniocentese. Foram re...

  19. Carga viral vaginal de HIV em mulheres brasileiras infectadas pelo HIV HIV vaginal viral load in Brazilian HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Campos

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os fatores associados à presença de RNA-HIV na vagina. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, em mulheres infectadas por HIV, excluindo-se aquelas com antecedente de histerectomia, as em uso de medicações vaginais nas últimas 48 horas, as que se referiram à relação sexual desprotegida há menos de 72 horas, as gestantes e aquelas com sangramento genital. Após consentimento, coletou-se amostra sanguínea para contagem de linfócitos T CD4 e carga viral plasmática de HIV, além de lavado vaginal com 10mL de solução salina, que foi centrifugado, aliquotado e armazenado em freezer -70°C para posterior quantificação de RNA-HIV livre. A mensuração de carga viral de RNA-HIV livre plasmática e vaginal foi realizada utilizando-se o kit HIV Monitor v1.5 Cobas Amplicor®, Roche. Pesquisou-se a presença de HPV de alto e baixo risco, clamídia e gonococo por Captura Híbrida II®, Digene, em amostra endocervical. Colheu-se amostra vaginal para bacterioscopia com coloração de Gram, utilizando-se os critérios de Nugent. RESULTADOS: Entre as 200 mulheres estudadas, 73,5% usavam terapia anti-retroviral (TARV com drogas múltiplas. O RNA-HIV foi detectável no lavado vaginal de 18 delas (9%, mas em apenas uma daquelas que tinham carga viral plasmática indetectável (0,5%. A prevalência de HIV vaginal foi 24 vezes maior naquelas em que HIV plasmático era detectável. Carga viral plasmática de HIV, não usar TARV, CD4 reduzido e vaginose bacteriana aumentaram a prevalência de RNA-HIV vaginal, mas apenas a carga viral plasmática se manteve significativa na análise ajustada. CONCLUSÃO: A prevalência de RNA-HIV vaginal foi baixa (9%. A carga viral acima de 1.500 cópias/mL foi a única variável que permaneceu como fator de risco para RNA-HIV vaginal livre.OBJECTIVE: To evaluate factors associated to presence of free RNA-HIV in the vagina. METHODS: Cross-sectional study with HIV-infected women, excluding those who had

  20. Treinamento físico para indivíduos HIV positivo submetidos à HAART: efeitos sobre parâmetros antropométricos e funcionais Physical training for HIV positive individuals submitted to HAART: effects on anthropometric and functional parameters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmar Lacerda Mendes

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A terapia antirretroviral fortemente ativa (HAART tem melhorado a prognose em indivíduos infectados pelo HIV. No entanto, a HAART tem sido associada ao desenvolvimento de anormalidades metabólicas e na distribuição de gordura corporal conhecida como síndrome lipodistrófica associada ao HIV (SLHIV. OBJETIVO: Este estudo investigou o impacto de 24 semanas de exercício resistido com componente aeróbico (ERCA sobre parâmetros antropométricos e funcionais de portadores de HIV submetidos à HAART. MÉTODOS: Noventa e nove indivíduos infectados pelo HIV foram randomicamente alocados em quatro grupos: exercício e lipodistrofia (n = 24; EX+LIP; exercício sem lipodistrofia (n = 21; EX+NoLIP; controle e lipodistrofia (n = 27; NoEX+LIP; controle sem lipodistrofia (n = 27; NoEX+NoLIP. Os indivíduos dos grupos exercitados (EX+LIP e EX+NoLIP participaram de 24 semanas de ERCA. Nos momentos pré e pós 24 semanas de intervenção foram realizadas medidas antropométricas, testes de força e aptidão cardiorrespiratória. RESULTADOS: Vinte e quatro semanas de ERCA alteraram os perímetros corporais avaliados (P INTRODUCTION: The use of highly active antiretroviral therapy (HAART has improved the prognosis of HIV-infected individuals. However, HAART has been associated with the development of metabolic and fat distribution abnormalities, known as HIV-associated lipodystrophy syndrome (SLHIV. OBJECTIVE: This study investigated the impact of 24 weeks of resistance exercise with aerobic component (REAC on anthropometric and functional parameters in HIV-infected patients undergoing HAART. METHODS: Ninety- nine HIV-infected patients were randomly allocated into four groups: exercise and lipodystrophy (n = 24; EX + LIP; exercise without lipodystrophy (n = 21; EX + NoLIP; control and lipodystrophy (n = 27; NoEX + LIP; control without lipodystrophy (n = 27; NoEX + NoLIP. Subjects from exercised groups (EX+LIP and EX+NoLIP participated in a 24

  1. Immune Recovery Syndrome in the HIV-positive patient: Radiological Findings of Paradoxical Reactions; Sindrome de recuperacion inmune en el enfermo positivo al VIH: hallazgos radiologicos de reacciones paradojicas

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Martinez, E.; Sanchez, M. A.; Torres, M.; Benito, J.; Avila, A. [Hospital Universitario 12 de Octubre. Madrid (Spain)

    2004-07-01

    To describe immune recovery syndrome (IRS) and related radiological findings in HIV-positive patients. To alert radiologists to the ever-increasingly frequent appearance of paradoxical reactions (PR) in granulomatous diseases under antiretroviral treatment. We present a retrospective study of 9 adult HIV-positive patients who showed IRS, 6 cases of tuberculosis (TBC), 2 cases of atypical mycobacterium and a case of sarcoidosis. At the time of IRS/PR diagnosis, any suspicion of infectious activity was excluded through the use of appropriate microbiological tests. clinical and radiological characteristics of the above mentioned cases are analyze here. All patients experienced a clinical and/or radiological worsening of condition following variable periods of antiretroviral and/or anti-tuberculosis treatment, and coinciding with viral load decrease and CD4-T-lymphocyte recovery. Diagnosis of IRS/PR was clinical in five cases and radiological in four. In all but one case, antiretroviral treatment had at some time been previously administered. IRS/PR is a diagnosis of exclusion which must be included in the differential diagnosis of newly appearing lesions or worsening of already existing ones in HIV-positive patients that have recently begun antiretroviral and/or anti-tuberculosis treatment. Such should be done after excluding drug resistance, treatment non-adherence and intercurrent disease. (Author) 8 refs.

  2. "Influência do treinamento resistido progressivo em idosos portadores do HIV"

    OpenAIRE

    Paula Maria Loiola de Souza

    2006-01-01

    O objetivo desse estudo foi verificar a influência do treinamento resistido progressivo em idosos portadores do HIV. Os pacientes foram selecionados prospectivamente do Serviço de Extensão ao Atendimento de Pacientes HIV/AIDS – HCFMUSP (Casa da AIDS). Foram incluídos 11 pacientes HIV+ de ambos os sexos e sem atividade física regular. O programa consistiu de 3 séries de 8–12 repetições realizadas 2 vezes/semana, durante 1 ano. O período do treinamento resistido não resultou em qualquer mudança...

  3. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  4. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  5. HIV em mulheres de meia-idade: fatores associados HIV in middle-aged women: associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Ribeiro Valadares

    2010-01-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV tem aumentado significativamente entre mulheres de meia-idade. Nesta revisão foi feito um levantamento de estudos recentes que buscam identificar possíveis fatores de risco associados à infecção pelo HIV em mulheres climatéricas. São abordados diversos fatores associados, como: sintomas climatéricos, mudança de comportamento do parceiro sexual frente a novos medicamentos, negociação sobre o uso de preservativos em relações sexuais, comportamento de risco para HIV, autoestima global e autoestima sexual, história pregressa de abuso sexual, uso de drogas, estereótipo da vida sexual na maturidade, uso de terapia antirretroviral e abordagem da função sexual.Human immunodeficiency virus (HIV infection has increased considerably among middle-aged women. In this work we reviewed recent studies aimed at identifying possible factors related to HIV infection in climacteric women. Several associated factors are considered, such as: climacteric symptoms, partner's change in sexual behavior in face of new drugs, negotiation for use of condoms in sexual intercourse, risk behavior for HIV, global self-esteem and sexual self-esteem, history of sexual abuse, use of drugs, stereotypes of sex life in maturity, use of antiretroviral therapy and approach to sexual function.

  6. Resultados gestacionais e neonatais em mulheres com rastreamento positivo para diabetes mellitus e teste oral de tolerância à glicose - 100g normal Gestational and neonatal outcomes in women with positive screening for diabetes mellitus and 100g oral glucose challenge test normal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Moretti Rehder

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a frequência de resultados gestacionais e neonatais desfavoráveis em mulheres com rastreamento positivo e diagnóstico negativo para diabetes mellitus gestacional. MÉTODOS: trata-se de um estudo de corte transversal, retrospectivo e descritivo realizado entre 2000 e 2009. Foram incluídas no estudo 409 gestantes com rastreamento positivo para diabetes mellitus. As variáveis estudadas foram: maternas (idade, índice de massa corpórea, antecedente de cesárea, macrossomia ou diabetes mellitus em gestação anterior, antecedente pessoal e familiar de diabetes mellitus e hipertensão arterial crônica e neonatais (poli-hidrâmnio, idade gestacional por ocasião do parto, prematuridade, cesárea, recém-nascido (RN grande para idade gestacional (GIG, macrossomia, índice de Apgar, síndrome do desconforto respiratório, hipoglicemia e hiperbilirrubinemia. Inicialmente foi realizada análise descrita uni e multivariada para a ocorrência de fatores de risco e desfechos neonatais. Foram descritas as prevalências e respectivos intervalos de confiança a 95%. RESULTADOS: em 255 (62,3% das gestantes a via de parto foi cesárea. Quanto aos resultados perinatais, 14,2% dos RN foram classificados como prematuros e 19,3% dos RN como GIG. Os fatores de risco correlacionados com RN GIG foram sobrepeso ou obesidade, idade materna e antecedente de macrossomia em gestação anterior. CONCLUSÕES: na população com fatores de risco positivos ou glicemia de jejum alterada na primeira consulta do pré-natal, mesmo com curva glicêmica normal observa-se taxa de RN GIG elevada assim como índice de cesárea acima dos valores habitualmente presentes nas populações consideradas de baixo risco. As grávidas com tais características constituem um grupo diferenciado.PURPOSE: to determine the prevalence of adverse gestational and neonatal outcomes in women with a positive screening and negative diagnosis for gestational diabetes mellitus (GDM

  7. Reflexiones sobre el apoyo conductual positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastià FORTEZA BAUZÁ

    2015-12-01

    Full Text Available El Apoyo Conductual Positivo (ACP representa un movimiento científico que une dos líneas de trabajo, una bajo el Análisis Conductual Aplicado y otra de carácter teórico que recoge valores y conceptos descritos y desarrollados en el campo de las discapacidades intelectuales. En sus inicios fue una intervención ante las conductas problemáticas con procedimientos positivos en contraposición al abuso de prácticas negativas (aversivas. Paso a paso, se comprobó que las técnicas positivas necesitaban ser aplicadas de forma preventiva y proactiva para educar y reforzar habilidades cuya equivalencia funcional fuera la misma que motivaba las conductas problemáticas. Por último, se introdujeron claves de la línea teórica y del contexto, como calidad, normalización, valores, etcétera. Hoy el ACP ha trascendido su primer cometido y es una forma de trabajar en cualquier servicio independientemente de que haya o no conductas problemáticas, más aún, está siendo aplicado en contextos escolares,judiciales y de tercera edad. Ahora bien, el ACP tiene bastantes desafíos, entre otros la definición operativa de los conceptos que caen bajo la vertiente teórica y su desarrollo discriminativo. Por otra parte, para algunos, el abuso del discurso en relación con la falta de concreción operativa y el uso de conceptos indiscutibles (que nadie pondría en duda, como el de positivo representa un peligro a la credibilidad científica del ACP.

  8. Apoyo conductual positivo: estudio de un caso

    OpenAIRE

    Redondo Redondo, Patricia

    2015-01-01

    Este trabajo se ha realizado con el propósito de investigar el programa de Apoyo Conductual Positivo (APC). Específicamente en este trabajo presentamos el estudio de un caso, un alumno con trastorno del espectro autista escolarizado en un centro de educación especial. Para ello se ha realizado una revisión bibliográfica de la discapacidad, se ha conceptualizado la discapacidad intelectual y los trastornos del espectro autista, se ha repasado brevemente los autores más representativos de la mo...

  9. Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos e o impacto positivo de um curso de capacitação em Boas Práticas de Fabricação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Gianini Guilherme Devides

    2014-06-01

    Full Text Available Doenças transmitidas por alimentos constituem um problema de saúde pública em nível mundial e estão frequentemente associadas a falhas na manipulação dos alimentos. Conhecer o perfil socioeconômico e profissional, bem como o nível de conhecimento dos manipuladores de alimentos, é requisito essencial para o planejamento de políticas públicas e programas de capacitação visando a segurança e qualidade dos alimentos. Este trabalho teve por objetivo avaliar o perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos, e o impacto de um curso de capacitação em Boas Práticas de Fabricação (BPF realizado na cidade de Araraquara-SP, Brasil. Um total de 192 manipuladores respondeu a dois questionários: o primeiro, para avaliar o nível de conhecimento dos manipuladores sobre BPF antes (avaliação diagnóstica e depois (avaliação final de participar do curso; o segundo, para realizar um levantamento do perfil socioeconômico e profissional dos manipuladores. Os resultados mostraram que o curso de capacitação repercutiu de forma positiva no nível de conhecimento dos manipuladores, sendo que todos os temas sobre BPF avaliados apresentaram um percentual de respostas corretas significativamente maior na avaliação final em relação à avaliação diagnóstica. Isso indica a necessidade de aperfeiçoamento constante, para garantir a qualificação profissional dos manipuladores e, consequentemente, a qualidade dos alimentos e a segurança alimentar dos consumidores.

  10. Logistic model for determining factors associated with HIV infection among blood donor candidates at the Fundação HEMOPE Modelo logístico na determinação de fatores associados à infecção HIV em doadores de sangue na Fundação HEMOPE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Niedja Maristone Barreto Queiroz

    2012-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine factors associated with HIV infection in blood donor candidates in Recife, Brazil. METHODS:A transversal study was performed of 106,203 blood donor candidates found eligible by the routine clinical screening process in the blood bank in Recife of the Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (HEMOPE in the period from January 1998 to November 2003. Additional indirect immune and western blot confirmation tests for HIV infection were performed and the candidates were classified as HIV positive or negative. The Chi-squared test and stepwise multiple logistic regression were conducted to examine any association between HIV infection and age, gender, place of residence, schooling, number of donations and serological tests for core hepatitis B antigen virus (anti-HBc, the hepatitis C antivirus (anti-HCV, human T-type antivirus lymph cells (anti-HTLV 1 and 2, serological tests for syphilis (VDRL and the hepatitis B virus surface antigen (HBsAg. RESULTS: In the observed sample, 0.204% of blood donor candidates were found to be HIV positive. Among the studied variables, the age, education level, residency, donation type, and serologic status for anti-HBc and VDRL tests were found to be associated with HIV infection. CONCLUSION: The younger, spontaneous donor candidates living in the Recife metropolitan area with a low level of education and positive for anti-HBc and VDRL have an higher risk of HIV infection than the other candidates. Data such as these are useful to understand the dynamics of infection and to guide healthcare policies.OBJETIVO: Determinar fatores associados à infecção por HIV em doadores de sangue no Recife, Brasil. MÉTODOS: Desenvolveu-se um estudo transversal com 106.203 doadores de sangue de 1ª doação, aptos na Triagem Clínica (TC no Hemocentro Recife da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (HEMOPE, considerando-se os critérios rotineiros empregados pelo Hemocentro para

  11. Estudo da soroprevalência do AgHBs em gestantes da 15ª Regional de Saúde e da imunoprofilaxia para os recém-nascidos das gestantes AgHBs positivo = Study into the HBsAg seroprevalence in pregnant women from the 15th Health Regional and the immunoprophylaxia on the newborns of these HBsAg-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Kaori Miyamoto

    2008-01-01

    Full Text Available Determinar a prevalência do AgHBs nas gestantes da 15ª Regional de Saúde (15ª R.S. atendidas no Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac, Universidade Estadual de Maringá, e verificar se foi solicitada a imunoprofilaxia para hepatite B aos recém-natos das gestantes AgHBs positivo, no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2002. A pesquisa do AgHBs foi realizada pela técnica imunoenzimática IMxHBsAg e Axsym HBsAg (Laboratório Abbott. As solicitações de imunobiológicos especiais para a imunoprofilaxia da hepatite B ao CRIE foram obtidas na Seção de Epidemiologia da 15ª R.S. Foram analisadas 12.274 gestantes e a prevalência do AgHBs foide 1,0%. Dentre as 125 gestantes AgHBs positivo, foram solicitadas imunoprofilaxia para 32 (25,6% recém-nascidos. Ainda que a prevalência encontrada indique ser esta uma área de baixa endemicidade, os resultados reafirmam a importância da realização do diagnóstico da hepatite B no atendimento pré-natal, para adoção da imunoprofilaxia no recém-nascido.To determine HBsAg prevalence among pregnant women from the 15th Health Regional assisted in the Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac, Universidade Estadual de Maringá, and verify whether immunoprophylaxis with vaccine and immunoglobulin was requested for the newborns of HBsAg-positive women during the period from January 1998 to December 2002. The research about HBsAg was conducted using the immunoenzymatic IMxHBsAg (Abbot Lab and Axsym HBsAg (Abbot Lab techniques. The requests to the CRIE for specialimmunobiologic agents for Hepatitis B immunoprophylaxis were obtained in the Department of Epidemiology from the 15th Health Regional. The analysis includes 12,274 pregnant women, and the HBsAg prevalence was 1.0%. Among 125 HBsAg positive pregnant women, immunoprophylaxis was requested for 32 (25.6% newborns. Although the prevalence detected demonstrates this to be a low endemic area, the

  12. Co-infection and risk factors of tuberculosis in a Mexican HIV+ population Coinfecção e fatores de risco de tuberculose em uma população Mexicana com HIV+

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Zenteno-Cuevas

    2011-06-01

    íduos HIV+ analisados, 12 foram positivos na cultura, o que mostra uma prevalência de 8% para a coinfecção. A única variável com significância estatística encontrada para a coinfecção foi o número de células CD4-T<200 células/mm³, OR 13 (95%, CI 2-106 vs 12-109. CONCLUSÕES: Ao nosso conhecimento este é o primeiro relatório que descreve os fatores associados à coinfecção de tuberculose com HIV em uma população do sudeste do Mexico. O baixo número de células T CD4+ foi à única variável associada com a coinfecção por TB no resto das variáveis, proporcionando situações que exigem intervenções específicas e particulares para este grupo populacional.

  13. Noopsicossomática em pessoas vivendo com HIV/AIDS: evidências de um modelo explicativo = Noopsychosomatics in people living with HIV/AIDS: evidence of an explanatory model = Noopsicosomática en personas que viven con VIH/SIDA: evidencia de un modelo explicativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pontes, Alisson de Meneses

    2015-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi testar um modelo teórico proposto por Viktor Frankl, que pode explicar a dinâmica da noopsicossomática em pessoas com HIV/AIDS. Especificamente, buscou-se entender como a dimensão noológica (representada pela atitude religiosa e a realização de sentido influencia a dimensão psíquica (afetos positivos e a percepção do passado e, consequentemente, repercute na dimensão somática (números de células CD4+/CD8+. Participaram 115 pacientes soropositivos para o HIV/AIDS, com idade média de 39 anos (61,4% do sexo masculino. Os resultados apontaram para a adequação deste modelo, com os índices de ajuste aceitáveis. Conclui-se que foram reunidas evidências acerca do modelo teórico da noopsicossomática em pacientes com HIV/AIDS, corroborando a relevância da dimensão noológica no processo de adoecimento e saúde

  14. Prevalence and multiplicity of HPV in HIV women in Minas Gerais, Brazil Prevalência e multiplicidade do HPV em mulheres infectadas pelo HIV em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Miranda Corrêa

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To detect the frequency and subtypes of HPV in the uterine cervix of HIV-infected women. METHODS: Sample consisted of 288 HIV-infected women, recruited from the public health system of five cities of Minas Gerais, Brazil. Women were seen from August 2003 to August 2008. Cervical samples were collected for cytological analysis and for HPV DNA detection, using polymerase chain reaction (PCR. HPV DNA was classified according to its oncogenic potential in low risk (types 6, 11 and high risk (types 16, 18, 31, 33, 35. Colposcopy was performed, followed by cervical biopsy when necessary. Categorical variables were compared using the Chi-squared test, with a significance level established at the 5% level. RESULTS: HPV prevalence was 78.8%. Most frequent genotypes were HPV-6 (63.9% and HPV-16 (48.5%. High-risk HPV were observed in 70.5% of the women; low-risk in 71.4%; both high and low-risk HPV were detected in 55.1% of the patients. Multiple HPV genotypes were detected in 64.8% of the patients; two genotypes in 23.8%, and three in 18.9%. CONCLUSION: HPV prevalence was high among HIV-infected women. Multiple HPV genotypes were common in samples from the uterine cervix of HIV-infected womenOBJETIVO: Detectar a frequência e os subtipos do HPV na cérvice uterina de mulheres infectadas pelo HIV. MÉTODOS: A amostra era composta por 288 mulheres infectadas pelo HIV, recrutadas do sistema público de saúde de cinco cidades de Minas Gerais, Brasil. As mulheres foram avaliadas de agosto de 2003 a agosto de 2008. Amostras cervicais foram coletadas para análise citológica e para detecção do HPV DNA, usando a reação em cadeia de polimerase (PCR. O HPV DNA foi classificado de acordo com seu potencial oncogênico em baixo risco (tipos 6,11 e alto risco (tipos 16, 18, 31, 33, 35. Foi realizada colposcopia, seguida de biópsia cervical, quando indicada. Variáveis categóricas foram comparadas usando o teste do quiquadrado, com nível de signific

  15. Resistência do Mycobacterium tuberculosis às drogas em pacientes HIV+ em cinco municípios da Baixada Santista, São Paulo, Brasil Mycobacterium tuberculosis drug resistance in HIV patients in Baixada Santista, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Martins Rozman

    2007-05-01

    Full Text Available No início dos anos 90, observou-se aumento da resistência do Mycobacterium tuberculosis às drogas antituberculose, com alta prevalência entre pacientes HIV+. Neste estudo, foram avaliados a freqüência de resistência, o perfil de sensibilidade do M. tuberculosis às drogas e os fatores predisponentes à resistência entre indivíduos HIV+ nos municípios de Santos, São Vicente, Cubatão, Praia Grande e Guarujá, Estado de São Paulo, Brasil. Foram pesquisados os prontuários de 301 pacientes com resultado de cultura positivo entre 1993 e 2003. A resistência ocorreu em 57 (18,9% pacientes com a seguinte distribuição: 32 (10,6% apresentaram tuberculose multirresistente (resistência ao menos à Rifampicina e Isoniazida; 4 (1,3% casos apresentaram resistência a duas ou mais drogas e 21 (7% à monorresistência. Observou-se resistência secundária em 70,2% dos casos. Estatisticamente associadas à tuberculose resistente foram: tratamento anterior com drogas antituberculose, tempo de diagnóstico de HIV e hospitalização prévia. Em análise multivariada, apenas tratamento anterior, ajustado por faixa etária, mostrou-se associado (OR = 5,49; IC95%: 2,60-11,60. A ocorrência de resistência em 18,9% dos casos e multirresistência em aproximadamente 10% confirmam a relevância deste problema entre pacientes HIV+ na Baixada Santista.Since the early 1990s, an increase in Mycobacterium tuberculosis drug resistance has been reported, with high prevalence among HIV+ patients. We evaluated the sensitivity patterns of M. tuberculosis, resistance rate, and predisposing factors among HIV+ patients in Santos, São Vicente, Cubatão, Praia Grande, and Guarujá, São Paulo State, Brazil. The medical charts of 301 patients with positive cultures for M. tuberculosis from 1993 to 2003 were reviewed. Resistance occurred in 57 patients (18.9%, as follows: 32 (10.6% displayed multidrug-resistant tuberculosis (resistant to at least Rifampicin and Isoniazid

  16. Vulnerabilidades presentes no percurso vivenciado pelos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petra Kelly Rabelo de Sousa

    2013-04-01

    Full Text Available Um grande avanço no tratamento da AIDS deu-se com o surgimento da terapia antiretroviral. Entretanto, diversas vulnerabilidades podem estar presentes no percurso vivenciado pelos pacientes durante o tratamento. Objetivou-se analisar as vulnerabilidades dos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica. Estudo qualitativo realizado com sete usuários com AIDS considerados em falha terapêutica, em uma Unidade de Serviço Ambulatorial Especializado em HIV/AIDS, em Fortaleza-CE. Para interpretação dos dados, utilizou-se uma técnica de análise de conteúdo. Nos discursos, percebeu-se que os depoentes enfrentavam conflitos na família e, no ambiente de trabalho, dificuldades de relacionamento com as pessoas e estigma. Observou-se que os pacientes haviam vivenciado diversas situações que os tornaram mais suscetíveis à infecção por HIV e ao adoecimento.

  17. Molecular epidemiology of HIV-1 in Rio Grande, RS, Brazil Epidemiologia molecular do HIV-1 em Rio Grande, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Barral de Martínez

    2002-10-01

    Full Text Available We conducted a molecular epidemiological study to investigate HIV-1 strains in Rio Grande, southern Brazil, searching for an association with transmission mode and risk behavior. Patients (185 identified at an AIDS treatment reference Hospital, from 1994 to 1997, were included; from which 107 blood samples were obtained. Nested PCR was realized once for each sample; for amplified samples (69 HIV subtypes were classified using the heteroduplex mobility assay. Subtypes identified were B (75%, C (22% and F (3%. All infections with C were diagnosed after 1994. Comparing patients with B and C, no differences were detected regarding demographic, clinical and laboratory characteristics; survival analysis did not reveal differences in HIV to AIDS evolution. A higher proportion of injecting drug users, IDU (not significant, pUm estudo de epidemiologia molecular foi conduzido para investigar subtipos de HIV-1 circulando em Rio Grande, RS, buscando uma associação com modos de transmissão e comportamentos de risco. Pacientes (185 identificados de 1994 a 1997, em um Hospital de referência para o tratamento da AIDS foram incluidos; amostras de sangue foram obtidas de 107. A reação em cadeia da polimerase (PCR foi realizada uma única vez; nas amostras que amplificaram, (69 o subtipo foi classificado pelo ensaio de mobilidade do heteroduplex (HMA. Os subtipos de HIV identificados foram B (75%, C (22% e F (3%. As infecções com C foram diagnosticadas após 1994. Pacientes infectados com B e C não mostraram diferenças (características demográficas, clínicas e laboratoriais; a análise de sobrevida não mostrou diferenças na evolução HIV-AIDS. Maior proporção de usuários de drogas injetáveis (UDI (não significativa, p<0,07, foi identificada entre infectados com C. Este resultado sugere C ter sido introduzido nesta área através dos UDI, sendo transmitido pelos seus parceiros sexuais, a pessoas com outras práticas de risco.

  18. Infarto cerebral em duas crianças infectadas pelo HIV-1 Ischaemic stroke in two children with HIV-1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Rocha

    2003-12-01

    Full Text Available Os quadros vasculares são incomuns não somente nos pacientes adultos (1% como também nas crianças. Nosso objetivo é alertar para a possibilidade da infecção pelo HIV-1 em crianças com manifestações cerebrovasculares. Das 204 crianças infectadas pelo HIV acompanhadas no Ambulatório de SIDA, descrevemos dois pacientes pré-escolares do gênero masculino, com quadro agudo febril, rebaixamento do nível de consciência, status epilepticus e hemiparesia como primeira manifestação de infecção pelo HIV-1. Nos dois casos evidenciou-se extensa isquemia em território da artéria cerebral média. Um dos pacientes evoluiu com tetraparesia espástica grave, sem contactuar com o meio, epilepsia parcial e óbito 4 anos após o diagnóstico, sem melhora do quadro neurológico. O outro paciente apresentou hemiparesia direita e afasia global, evoluindo com regressão completa do quadro neurológico. A infreqüência desses achados torna importante o seu relato, visando a inclusão da infecção pelo HIV-1 no diagnóstico diferencial das quadros cerebrovasculares na criança.Cerebral ischaemia caused by inflammatory vasculopathies has been described as a complication of human immunodeficiency virus (HIV infection. The goal of our study is to report two cases of pediatric human immunodeficiency virus infection and cerebrovascular manifestations. We describe two pre-school boys, from a group of 204 outpatients, who presented fever, seizures, hemiparesis and impairment of conscience level as a first symptom of HIV-1 infection. The serial imaging studies revealed infarction of middle cerebral artery in both cases. The first one child had a severe spastic tetraparesis and partial epilepsy and died four years later without any improvement despite of the antiretroviral therapy. The second patient had a right hemiparesis and global aphasia totally recovered two years later with antiretroviral and rehabilitation therapies. HIV infection should be included

  19. Colonização por Staphylococcus aureus em indivíduos com HIV/aids internados em um hospital escola do interior paulista

    OpenAIRE

    Lilian Andreia Fleck Reinato

    2012-01-01

    Introdução: a colonização de indivíduos com HIV/aids por microrganismos patogênicos tem sido associada a maior risco de morbidade e mortalidade, principalmente quando esse microrganismo é o Staphylococcus aureus. Identificar precocemente esta condição permite implementar medidas preventivas do adoecimento a ele relacionado, em nível individual e coletivo. Objetivo: avaliar a prevalência de colonização por Staphylococcus aureus em indivíduos com HIV/aids internados em um hospital es...

  20. Oral manifestations in HIV+ children in Mozambique Manifestações orais em crianças HIV, em Moçambique

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Helena de Carvalho Sales-Peres

    2012-01-01

    Full Text Available The scope of this study was to identify the prevalence of oral manifestations in HIV+/AIDS patients at the DIA Pediatric Hospital of Maputo. All 90 patients were included in the research. Data on dental caries (dmft/DMFT index, soft tissues and saliva flow were analyzed. Information on diet and hygienic habits was obtained in a semi-structured questionnaire. The t- student and chi-square tests were used for statistical assessment. The most frequent oral lesion was candidiasis (5.5% and upon further oral examination the prevalence of parotid enlargement was 23.0%. The mean dmft 2.6 (SD 3.6 was considerably higher in relation to DMFT of 0.6 (SD 1.6, and the differences between them were statistically significant (PO objetivo deste estudo foi identificar a prevalência das manifestações bucais em pacientes HIV+/SIDA do Hospital Pediátrico DIA de Maputo. Foram incluídos 90 pacientes na pesquisa. Cárie dentária (índice ceod/CPOD, mucosa e fluxo salivar foram avaliados. Informações sobre alimentação e hábitos de higiene bucal foram obtidas por meio de um questionário. Para a análise estatística foram utilizados os testes t-student e qui-quadrado. A lesão oral mais frequente foi a candidíase (5,5% e no exame extra-oral foi observada uma prevalência de alargamento da parótida de 23%. A média do ceod foi 2,6 (± 3,6 dentes, consideravelmente alta em relação ao CPOD que foi de 0,6 (±1,6 dentes, sendo esta diferença estatisticamente significante (p<0,05. A ocorrência de lesões na mucosa bucal foi maior em crianças que não faziam uso da terapia antiretroviral (TRA. O uso da TRA esteve associado com a redução da prevalência de lesões bucais em pacientes HIV+, contudo cáries rampantes foram maiores neste grupo. Pacientes HIV+ mostraram maior risco de cáries na dentadura decídua.

  1. Apego materno fetal em gestantes que vivem com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Rigoni de Faria

    2013-06-01

    Full Text Available A gestação no contexto do HIV/Aids é geralmente acompanhada de intensa ansiedade devido à possível transmissão materno infantil do vírus. Este estudo investigou o apego materno fetal em gestantes que viviam com HIV (n = 88, em comparação a gestantes não portadoras do vírus (n = 79, através da Escala de Apego Materno fetal. Os resultados não revelaram diferenças entre as gestantes quanto ao escore total de apego materno fetal. Entretanto, os dados sugerem que o apego materno fetal pode se manifestar de maneira peculiar entre as gestantes que vivem com HIV/Aids: as interações mãe-bebê parecem focar o momento presente da gestação, e os cuidados de saúde com o bebê parecem atrelados àqueles voltados à saúde materna diante da infecção. É possível que a escala não seja suficientemente sensível para eventuais diferenças associadas ao contexto do HIV/Aids. Sugere-se que novos estudos revisem os itens da escala visando maior aproximação das particularidades suscitadas pela infecção quanto ao apego materno fetal.

  2. Prevalência e fatores correlatos de infecção pelo hiv e sífilis em prostitutas atendidas em centro de referência DST/AIDS Prevalence and correlates of hiv infection and syphilis in prostitutes attending a STD/AIDS reference center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Cristina Pinheiro Pires

    1998-04-01

    Full Text Available Um estudo retrospectivo foi conduzido com análise dos prontuários médicos de prostitutas atendidas no Centro de Referência para DST/AIDS em Vitória (ES no período de janeiro de 1993 a dezembro de 1996. Durante este período, 180 mulheres receberam atendimento médico e psicológico nesta clínica. A média de idade foi de 25,9 anos (DP = 6,8. De um total de 180 mulheres, 140 concordaram em serem testadas para HIV, das quais 12 (8,6% apresentaram resultado positivo. De 157 mulheres que concordaram em serem testadas para sífilis, 13 (8,3% apresentaram o VDRL positivo. Quanto ao nível de educação, 6 mulheres (3,3% eram analfabetas, 114 (63,3% completaram o primeiro grau, 37 (20,6% estudaram até o segundo grau, 7 (3,9% estavam na universidade e 16 (8,9% não quiseram informar. Quanto ao estado civil, 141 (78,3% eram solteiras, 17 (9,4% casadas, 10 (5,5% divorciadas e 4 (2,2% viúvas. Quanto à freqüência do uso de condom, 56 (31,3% relataram que sempre usavam, 93 (52,0% às vezes e 30 (16,8% nunca usavam. Doenças sexualmente transmissíveis (DST prévias foram relatadas por 89 mulheres (49,4% e 46 (25,6% apresentavam alguma DST na ocasião da consulta. Nove mulheres (5,0% relataram uso de drogas injetáveis. Houve diferença estatisticamente significante entre o grupo com sorologia para HIV negativo e o positivo quando se comparou o uso de drogas injetáveis (p=0,031 e a infecção por sífilis (p=0,014. O presente estudo mostrou que as taxas de prevalência da infecção pelo HIV em trabalhadoras do sexo são mais altas que as encontradas na população em geral. Isto aponta para a necessidade de reforçar a assistência médica e campanhas educativas, especialmente direcionadas para esta população de mulheres, abordando a importância do uso regular do preservativo e dos riscos associados ao uso de drogas injetáveis.A retrospective study examining medical records of female prostitutes attending the STD/AIDS Reference Center in Vit

  3. Prevalence of intestinal microsporidiosis in Human Immunodeficiency Virus-infected patients with diarrhea in major United States cities Prevalência de microsporidiose intestinal em pacientes infectados pelo HIV com diarréia nas principais cidades dos Estados Unidos da América do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mark S. Dworkin

    2007-12-01

    Full Text Available To determine the prevalence of intestinal microsporidiosis in HIV-infected patients, we performed a prospective study of HIV-infected patients with diarrheal illnesses in three US hospitals and examined an observational database of HIV-infected patients in 10 US cities. Among 737 specimens from the three hospitals, results were positive for 11 (prevalence 1.5%; seven (64% acquired HIV through male-to-male sexual contact, two (18% through male-to-male sexual contact and injection drug use, and one (9% through heterosexual contact; one (9% had an undetermined mode of transmission. Median CD4 count within six months of diagnosis of microsporidiosis was 33 cells/µL (range 3 to 319 cells/µL. For the national observational database (n = 24,098, the overall prevalence of microsporidiosis was 0.16%. Prevalence of microsporidiosis among HIV-infected patients with diarrheal disease is low, and microsporidiosis is most often diagnosed in patients with very low CD4+ cell counts. Testing for microsporidia appears to be indicated, especially for patients with very low CD4+ cell counts.Para determinar a prevalência de microsporidiose intestinal em pacientes infectados pelo HIV foi realizado um estudo prospectivo em três hospitais dos Estados Unidos da América do Norte (EUA e analizada uma base de dados nacional composta de dados coletados de pacientes infectados pelo HIV em 10 cidades dos EUA. De um total de 737 amostras de fezes de pacientes infectados pelo HIV que apresentavam diarréia, amostras de 11 pacientes (prevalência de 1,5% foram positivas para microsporídios. Todos os positivos eram do sexo masculino e, entre eles, sete (64% pacientes adquiriram a infecção pelo HIV através de relação homossexual, dois (18% através de relação sexual e drogas injetáveis e um (9% através de contato heterosexual, enquanto que em um paciente o modo de transmissão do HIV não foi determinado. A contagem média de linfócitos CD4 realizada até seis

  4. Alta prevalência de sedentarismo em adolescentes que vivem com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Fiengo Tanaka

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Verificar a prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids e seus fatores associados.Métodos:Foram entrevistados 91 adolescentes de 10 a 19 anos, com HIV/Aids, em acompanhamento em uma unidade de infectologia universitária. Foram coletados dados antropométricos (peso, altura e circunferência da cintura em duplicata, informações clínicas foram obtidas nos prontuários médicos e a prática de atividade física habitual foi medida por meio do questionário proposto por Florindo et al. O ponto de corte para sedentarismo foi de 300 minutos/semana.Resultados:As prevalências de altura inadequada para idade, desnutrição e sobrepeso/obesidade foram de 15,4%, 9,9% e 12,1%, respectivamente. As atividades físicas mais citadas foram: futebol (44,4%, voleibol (14,4% e andar de bicicleta (7,8%. Os tempos medianos dispendidos com a prática de atividade física e caminhando/andando de bicicleta até a escola foram de 141 minutos e 39 minutos, respectivamente. A maioria dos adolescentes (71,4% era sedentária, proporção maior entre as meninas (p=0,046.Conclusões:Foi observada alta prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids, prevalência essa semelhante àquela observada na população geral. Promover a prática de atividade física entre adolescentes - especialmente entre meninas - com HIV/Aids, assim como monitorá-la, deve fazer parte da rotina de acompanhamento desses pacientes.

  5. diagnóstico da infecção pelo HPV em lesões do colo do útero em mulheres HIV+: acuidade da histopatologia Histopathology accuracy for the diagnosis of HPV in cervical lesions of HIV-seropositive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Néli Sueli Teixeira de Souza

    2001-07-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a acurácia do estudo histopatológico e da reação em cadeia por polimerase (PCR no diagnóstico da infecção pelo papilomavírus humano (HPV em lesões do colo uterino de mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. Métodos: foram estudadas 52 mulheres soropositivas para o HIV com lesões cervicais clinicamente suspeitas de HPV nas quais se realizou raspado ectocervical para a PCR e biópsia dirigida pela colposcopia, para o estudo histopatológico. As amostras de três pacientes se mostraram sem qualidade para a PCR, reduzindo a população estudada para 49. Resultados: a prevalência de HPV foi de 53% pela histopatologia e de 85,7% pela PCR. Dentre as 42 pacientes com HPV detectado pela PCR, 26 foram confirmadas pela histopatologia (sensibilidade = 61,9%. Esta, por sua vez, não demonstrou nenhum resultado falso-positivo (especificidade = 100%, com predição positiva de 100%. Comparando-se os dois resultados, encontrou-se para a histopatologia: valor preditivo positivo = 100% e valor preditivo negativo = 30,4%. Das 26 pacientes com histopatologia positiva para HPV, 15 (57,6% apresentaram neoplasias intra-epiteliais cervicais (NIC. O risco relativo de uma paciente com HPV apresentar NIC foi de 13,3. Conclusão: a histopatologia mostrou 100% de acerto para o diagnóstico de HPV, o que significa dizer que, quando a biópsia for positiva o HPV certamente estará presente, confirmando a suspeita clínica. No entanto, a baixa sensibilidade retira da histopatologia o valor como exame de rastreamento nesse grupo de mulheres.Purpose: to compare histopathology and polymerase chain reaction (PCR for the diagnosis of human papillomavirus (HPV in cervical lesions of human immunodeficiency virus (HIV-seropositive women. Methods: fifty-two HIV-seropositive women with suspected HPV cervical lesions were studied. Cervical scrapes were collected for PCR and colposcopy-guided biopsy was made for the histopathologic

  6. Relações entre afetos positivos e negativos e os cinco fatores de personalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Porto Noronha

    2015-06-01

    Full Text Available ResumoA presente pesquisa tem como objetivo verificar a existência de associações entre afetos positivos e negativos e os fatores de personalidade, sob a perspectiva do modelo dos Cinco Grandes Fatores. Colaboraram para o desenvolvimento do estudo 529 estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares com idades entre 14 a 27 anos (M = 16,0; DP = 1,48. No que se refere ao sexo 223 (42,2% eram homens e 306 (57,8%, mulheres. Foram aplicadas a Escala de Afetos Zanon (EAZ e a Bateria Fatorial de Personalidade (BFP. Dentre os resultados, a relação entre o fator neuroticismo e os afetos negativos gerou o coeficiente mais forte (r = 0,62. Em relação aos afetos positivos, a maior correlação se deu com o fator extroversão (r = 0,42. Verificou-se que neuroticismo é o melhor preditor dos afetos negativos, enquanto que extroversão dos afetos positivos. Os achados são discutidos à luz da literatura.

  7. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la vulnerabilidad por factores de riesgo al VIH/SIDA en mujeres en riesgo social. MÉTODOS: Estudio llevado a cabo con 178 mujeres dueñas de casa (n=101 y trabajadoras del sector salud (n=77 de Antofagasta, Chile, en 2006-2007. Las dueñas de casa fueron consideradas en riesgo social. La vulnerabilidad al VIH fue calculada por medio de una escala que agrupó 21 reactivos en tres dimensiones: roles de género, comunicación con la pareja y actitud ante al uso del preservativo. Para determinar el peso relativo de cada una de las dimensiones en la vulnerabilidad total se realizó un análisis de regresión múltiple utilizando el puntaje total de la escala como variable dependiente y cada una de las tres dimensiones como variable independiente. RESULTADOS: En el grupo general, la dimensión con peso relativo mayor fue la dimensión actitud frente al uso del preservativo (0.542, seguida de relación de pareja (0.453 y roles de género (0.379. Para mujeres dueñas de casa, se observó una variación: relación de pareja (0.597, actitud frente al uso del preservativo (0.508 y roles de género (0.403. Para trabajadoras de la salud, el peso de las dimensiones fue: actitud frente al uso del preservativo (0.638, relación de pareja (0.397, y roles de género (0.307. CONCLUSIONES: Los resultados permiten inferir diferencias en los factores que condicionan la vulnerabilidad al VIH en los grupos de mujeres, siendo para aquellas que están en riesgo social el rol de género el factor con mayor capacidad predictiva de riesgo.OBJETIVO: Avaliar a vulnerabilidade por fatores de risco ao HIV/Aids em mulheres em risco social. MÉTODOS: Estudo realizado com 178 mulheres donas de casa (n=101 e trabalhadoras do setor de saúde (n=77 de Antofagasta, no Chile, em 2006-2007. As donas de casa foram consideradas em risco social. A vulnerabilidade ao HIV foi calculada por meio de uma escala que reuniu 21 itens em três dimensões: papéis de g

  8. Colonização nasal em profissionais de enfermagem de unidades especializadas em HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lílian Andreia Fleck Reinato

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: investigar a presença de micro-organismos nas narinas dos profissionais de enfermagem de um hospital de ensino brasileiro. Método: estudo transversal, em duas unidades de internação especializadas em HIV/aids. Foram coletadas amostras de secreção nasal de profissionais de enfermagem no período de um mês. As amostras foram processadas no laboratório de microbiologia da instituição e a análise dos dados resultantes por meio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS versão 19.0. Os aspectos éticos foram contemplados. Resultados: dos 73 profissionais de enfermagem do serviço, foram coletadas amostras de secreção nasal de 61 (80,2%. Foram isolados seis tipos de micro-organismos em 22 (41,0% culturas positivas. Destaca-se que o Staphylococcus aureus representou 22,9%, sendo quatro resistentes à oxacilina (MRSA. Conclusão: o Staphylococcus aureus foi o micro-organismo de maior prevalência nos indivíduos deste estudo.

  9. Beber e dirigir: características de condutores com bafômetro positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdir Ribeiro Campos

    2012-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O beber e dirigir não foi suficientemente estudado no Brasil até agora. OBJETIVO: Apresentar dados do primeiro levantamento sobre o comportamento do beber e dirigir de um estado do Brasil. MÉTODO: Foram conduzidas 1.799 entrevistas anônimas com motoristas em postos de checagem de sobriedade em 10 cidades, representando as 10 regiões geográficas do estado de Minas Gerais. Desses motoristas, 1.209 (67,2% responderam a um questionário estruturado e aceitaram o teste do bafômetro. RESULTADOS: Vinte por cento dos motoristas estavam dirigindo com níveis de alcoolemia acima do limite legal. A análise de regressão logística, controlada por sexo, foi utilizada para predizer bafômetro positivo. Essa análise mostrou chance aumentada de bafômetro positivo para condutor com idade acima de 31 anos que tem frequência de consumo de álcool de, pelo menos, um a dois dias na semana e para quem não usa o cinto de segurança. CONCLUSÃO: Estudos localizados com metodologia similares realizados em postos de checagem da sobriedade podem monitorar o comportamento dos condutores e os riscos no trânsito e direcionar políticas públicas sobre o beber e dirigir.

  10. Determinantes biopsicossociais que predizem qualidade de vida em pessoas que vivem com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Medeiros

    2013-12-01

    Full Text Available O advento da terapia antirretroviral trouxe a necessidade de se compreender os determinantes psicossociais envolvidos na avaliação de qualidade de vida em pessoas que vivem com HIV/AIDS. O objetivo desse estudo é investigar os determinantes psicossociais e clínicos envolvidos na avaliação de qualidade de vida nesse grupo social. Esta pesquisa envolveu 90 pessoas vivendo com HIV/AIDS (média de idade de 33,7 anos, DP = 6,6. Um questionário sócio-demográfico e clínico e o WHOQOL-BREF constituíram os principais métodos. Análises descritivas, comparações entre médias de grupos-critério e análise de regressão foram utilizadas. Os resultados demonstram melhor qualidade de vida entre os que estavam satisfeitos com os serviços de saúde do hospital, bem como os principais determinantes para a avaliação de qualidade de vida são a dimensão psicológica, contagens de células CD4 e a dimensão ambiental. Essa pesquisa sugere a elaboração de políticas públicas de saúde em HIV/AIDS que englobem os fatores psicossociais.

  11. New anti-HIV-1, antimalarial, and antifungal compounds from <em>Terminalia bellericaem>

    DEFF Research Database (Denmark)

    Valsaraj, R; Pushpangadan, P; Smitt, U W

    1997-01-01

    A bioactivity-guided fractionation of an extract of Terminalia bellerica fruit rind led to the isolation of two new lignans named termilignan (1) and thannilignan (2), together with 7-hydroxy-3',4'-(methylenedioxy)flavan (3) and anolignan B (4). All four compounds possessed demonstrable anti-HIV-...

  12. Cesariana em paciente com doença de von Willebrand associada à infecção pelo HIV: relato de caso Cesárea en paciente con enfermedad de von Willebrand asociada a la infección por el HIV: relato de caso Anesthesia for cesarean section in patient with von Willebrand's disease and HIV infection: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Rezende Balle

    2004-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A doença de von Willebrand é a alteração inata da coagulação mais freqüente em mulheres jovens. A infecção por HIV tem mostrado incidência progressivamente maior em mulheres, constatando-se transmissão vertical em até 25% dos casos. O objetivo deste relato é mostrar o caso de uma paciente com doença de von Willebrand e HIV positivo submetida à cesariana. RELATO DO CASO: Paciente de 24 anos, portadora de anemia microcítica, doença de von Willebrand e HIV, chegou à emergência obstétrica em início de trabalho de parto. Não realizou pré-natal. Foi indicada cesariana a fim de diminuir os riscos de transmissão vertical em paciente com carga viral de HIV desconhecida. Apresentava hematomas pelo corpo e história de hematoma de parede abdominal em cesariana anterior. Os testes de coagulação eram pouco alterados. Após infusão de concentrado de fator VIII foi realizada anestesia geral. Mãe e recém-nascido apresentaram evolução satisfatória. CONCLUSÕES: A avaliação de manifestações clínicas em pacientes com coagulopatia é fundamental na decisão do tipo de anestesia a ser indicada para cada paciente. A avaliação deve ser individualizada, considerando os riscos e benefícios da técnica escolhida. Nestas pacientes, deve-se sempre restringir ao máximo a indicação de interrupção da gestação por via alta, optando-se sempre pelos métodos menos invasivos. A terapia com concentrado de fator VIII é atualmente a melhor opção de tratamento, corrigindo a deficiência específica e diminuindo os riscos de transmissão viral.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La enfermedad de von Willebrand es la alteración innata de la coagulación más frecuente en mujeres jóvenes. La infección por HIV ha mostrado incidencia progresivamente mayor en mujeres, constatandose transmisión vertical en hasta 25% de los casos. El objetivo de este relato es mostrar el caso de una paciente con Enfermedad de von

  13. Fatores associados com a soroprevalência de anticorpos IgG e IgM anti-toxoplasma em pessoas com HIV/AIDS atendidas em um serviço de assistência especializadaFactors associated with soroprevalence of antibodies IgG and IgM anti-toxoplasma in HIV/AIDS patients assisted in an expert assistance servicedoi:10.12662/2317-3076jhbs.v4i3.733.p145-151.2016

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice Silva Alves

    2016-09-01

    Full Text Available Introdução: A AIDS é um dos principais problemas mundiais em nível de Saúde Pública. O indivíduo infectado pelo HIV torna-se mais suscetível a diversas infecções oportunistas, como a toxoplasmose e suas complicações potenciais, como a neurotoxoplasmose e a retinocoroidite. O entendimento do perfil sorológico Anti-toxoplasma e das características clínicas e laboratoriais de pessoas que vivem com HIV/AIDS é essencial para a elaboração de melhores alternativas de prevenção e de tratamento. Métodos: Foram analisados os dados de 547 pessoas com HIV/AIDS atendidas no Serviço de Assistência Especializada do município de Divinópolis–MG, de março de 2012 a janeiro de 2014. Por meio de modelos de regressão logística, foram pesquisados diferentes fatores associados com o perfil sorológico Anti-toxoplasma IgG e IgM dos participantes. Analisou-se, ainda, se as contagens de células T-CD4+ e se os valores de carga viral (CV diferiram de acordo com o resultado das sorologias. Resultados: As soroprevalências encontradas foram de 69% para IgG e de 6% para IgM. Observou-se que indivíduos solteiros e que não trabalhavam tiveram uma maior soropositividade para IgM. O não uso de TARV e uma menor escolaridade, por sua vez, foram associados com maiores prevalências de reatividade para IgG. Observou-se uma maior contagem de células T-CD4+ em indivíduos IgM positivos. Conclusão: O presente estudo identificou uma prevalência elevada de sorologias reagentes para a toxoplasmose em indivíduos com HIV/AIDS e apresentou variáveis a serem consideradas como prioritárias em ações de promoção e de prevenção.

  14. Colagenoma eruptivo em paciente HIV+ Eruptive collagenoma in an HIV-positive patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Dal'Asta Coimbra

    2008-04-01

    Full Text Available Colagenomas são hamartomas do tecido conjuntivo gerados por aumento anormal do colágeno dérmico. O colagenoma eruptivo caracteriza-se por pequenos nódulos duros, assintomáticos, sem relato de trauma ou processo inflamatório prévios. Descreve-se caso de paciente do sexo masculino, de 28 anos, que há 10 anos notou surgimento espontâneo de lesões papulosas no tronco, nos membros superiores e abdômen, e há três anos descobriu ser soropositivo para HIV. O diagnóstico diferencial, a classificação da doença como entidade própria e a associação casual com o HIV são discutidos, bem como a necessidade da realização da coloração vermelho Picrosirius/luz polarizada para confirmação diagnóstica dos colagenomas.Collagenomas are connective tissue nevi predominantly composed of excessive dense and coarse collagen in the dermis. Eruptive collagenoma is a rare disorder occurring in young adults as asymptomatic dermal nodules, with no previous history of injury or inflammation and usually localized on the back. We describe the case of a 28-year-old male patient who was examined for numerous asymptomatic little nodules on the trunk and upper arms, which appeared ten years ago with no previous inflammation or injury. Three years ago the patient was diagnosed HIV-positive. Differential diagnoses, classification of the disease as an autonomous entity, its casual association with HIV, as well as the real need for picrosirius red staining to confirm diagnosis of collagenoma are discussed.

  15. Prevalência da infecção pelo HIV em pacientes internados por tuberculose Prevalence of HIV infection in patients hospitalized due to tuberculosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GUILHERME FREIRE GARCIA

    2000-08-01

    Full Text Available Objetivos: Verificar a prevalência da co-infecção tuberculose (TBC/HIV e a capacidade da anamnese em detectar a infecção pelo HIV em pacientes internados por TBC. Local: Hospital Eduardo de Menezes, Belo Horizonte, MG, referência para TBC e SIDA. Material e métodos: Todos os pacientes internados com TBC na enfermaria de pneumologia foram avaliados prospectivamente no período de 1/1/1997 até 31/1/1998, com anamnese dirigida para fatores de risco para SIDA, TBC, tratamentos anteriores e abandonos de tratamento para TBC, e verificadas as formas clínicas de TBC. Foram excluídos pacientes com doenças marcadoras de SIDA com exceção da TBC, ou com sorologia anti-HIV realizada anteriormente. Foram realizadas sorologias anti-HIV (ELISA e, quando positivas, confirmadas pelo teste Western-Blot. Os testes do qui-quadrado e de Fisher foram usados para análise estatística. Resultados: Sessenta e cinco pacientes avaliados foram divididos em grupo I (sorologia positiva para HIV, n = 6 e grupo II (sorologia negativa para HIV, n = 59. Não houve diferença significativa entre os dois grupos quanto a fatores de risco para SIDA, TBC, abandonos de tratamento ou tratamentos anteriores para TBC ou formas clínicas de TBC. Conclusões: Devido à alta prevalência da infecção pelo HIV (9,2% no grupo estudado, estes achados reforçam as orientações do Consenso Brasileiro de Tuberculose no sentido de: 1 a anamnese não consegue detectar uma parcela significativa dos pacientes com co-infecção TBC/HIV; e: 2 a solicitação de sorologia anti-HIV deve ser feita de forma rotineira em todos os pacientes com TBC ativa.Objectives: To verify the prevalence of tuberculosis (TB/HIV co-infection and the ability of the clinical history to detect the HIV infection in TB inpatients. Setting: Eduardo de Menezes Hospital, reference for both TB and AIDS. Patients and methods: All patients admitted with TB in a pneumology ward were evaluated prospectively from 1

  16. Genetic variability of HIV-1 isolates from Minas Gerais, Brazil Variabilidade genética de isolados de HIV-1 em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Bárbara de Freitas Carneiro Proietti

    1999-04-01

    Full Text Available We report results of nucleotide sequencing and phylogenetic analysis of the env gene of 11 HIV-1 isolates, in Belo Horizonte, Brazil. Ten isolates belonged to HIV-1 subtype B and one was a probable B/F mosaic. This putative B/F recombinant is similar but not identical in its nucleotide sequence to other B/F mosaics described in Brazil.Relatamos resultados do estudo de seqüência de nucleotídeos e análise filogenética do gene env 11 isolados HIV-1 em Belo Horizonte, Brasil. Dez isolados pertenciam ao subtipo B e um era provavelmente um mosaico B/F. Este possível recombinante B/F é similar, mas não idêntico, em sua seqüência de nucleotídeos, aos demais mosaicos B/F descritos no Brasil.

  17. Malária em usuários de drogas de administração endovenosa associada à soropositividade para HIV The association of malaria, HIV seropositivity and intravenous administration in drug users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shin Shiang Lo

    1991-02-01

    Full Text Available Infecções induzidas de malária têm sido verificadas nos últimos anos no Estado de São Paulo, Brasil concomitantemente com o aumento de casos importados procedentes da região endêmica do país. Destaca-se o registro de um caso em 1988 e onze casos em 1989 de malária induzida por Plasmodium vivax, em indivíduos residentes na cidade de Presidente Prudente, situada a oeste do Estado e considerada uma das "portas de entrada" de pessoas procedentes da Região Amazônica. Os pacientes afirmaram não terem se deslocado recentemente ou negaram deslocamentos para áreas com possibilidade de transmissão de malária. Todos fizeram uso de drogas injetáveis, participando de círculos de conhecidos afins e geralmente dividiam a mesma agulha e seringa no uso da cocaína. Foi detectado o doente de malária que transmitiu inicialmente a doença ao caso de 1988, e a um primeiro grupo de três indivíduos em 1989. Destes três casos, um transmitiu a doença a outro grupo de dois indivíduos em 1989. A partir destas primeiras infecções e do uso continuado das drogas injetáveis entre grupos, surgiram dois novos casos e houve reinfecção em dois indivíduos (um destes apresentou duas reinfecções. O exame para detecção de HIV foi positivo em cinco indivíduos, um apresentou resultado negativo e não foi realizado em outros três indivíduos. São analisadas as informações desses casos e discutida a importância de sua ocorrência no momento atual.Cases of induced malaria have been notified in S. Paulo State, Brazil, in recent years. At the same time the number of cases imported from endemic regions of Brazil has been increasing. One case of induced malaria by Plasmodium vivax was registered in Presidente Prudente, located in the west of the State, in 1988 and a further eleven cases in 1989. This city is considered to be one of the main transit ports for people who come into the State from the Amazonian region. The patients declared that they had

  18. Problemas ginecológicos mais freqüentes em mulheres soropositivas para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melo Victor Hugo de

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar os achados ginecológicos mais freqüentes de uma coorte de 300 mulheres infectadas pelo HIV, acompanhadas ambulatorialmente. MÉTODOS: estudo prospectivo e descritivo de mulheres HIV-soropositivas atendidas em clínica ginecológica, no período de novembro de 1996 a dezembro de 2002. As pacientes foram submetidas ao protocolo de atendimento ginecológico que incluiu anamnese, exame ginecológico, colpocitologia oncótica (Papanicolaou, pesquisa de HPV (PCR e colposcopia. A biópsia cervical, quando necessária, foi realizada. Os dados foram armazenados e analisados no Epi-Info, versão 6.0. RESULTADOS: a idade média foi 34,5 anos. Destaca-se o pequeno número de parceiros sexuais, média de três parceiros, e a predominância do contágio heterossexual: 271 (90,6% pacientes adquiriram o vírus por meio do contato sexual com seus parceiros. Foi alta a prevalência de neoplasias intra-epiteliais cervicais (NIC, representando 21,7% do total da amostra. Dentre as 109 pacientes submetidas a PCR encontraram-se 89 (81,7% com algum genótipo do HPV. Esfregaço inflamatório à citologia esteve presente em 69% das pacientes. CONCLUSÕES: a infecção pelo HIV se associa com freqüência a NIC e a processos infecciosos genitais, em especial o HPV.

  19. Estudantes do ensino medio e o conhecimento em HIV/AIDS: que mudou em dez anos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Ferreira do Val

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo exploratório, descritivo, comparativo, com abordagem quantitativa, cujo objetivo foi comparar o conhecimento de estudantes do ensino médio de duas escolas estaduais públicas de Peruíbe, SP, Brasil, sobre o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV e da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (aids, nos anos de 1999 e 2010. Nos dois anos, na população estudada predominaram estudantes do sexo feminino, menores de 18 anos, solteiros e de cor branca. Foi encontrada diferença estatisticamente significativa quanto ao conhecimento sobre HIV/aids entre os grupos estudados. Verificou-se que mesmo havendo intervalo de dez anos entre os estudos, os dois grupos de estudantes não se consideraram vulneráveis ao HIV e apresentaram dúvidas quanto ao conhecimento correto sobre o tema, o que indica a necessidade de sua abordagem contínua com adolescentes jovens.

  20. Abandono do tratamento de tuberculose em co-infectados TB/HIV

    OpenAIRE

    Rodrigues, Ivaneide Leal Ataíde; Monteiro, Larissa Lima; Pacheco,Régia Hevelline Barros; SILVA, Sílvio Éder Dias da

    2010-01-01

    Este estudo objetivou analisar os motivos que levam os pacientes coinfectados TB/HIV a abandonar o tratamento da TB e conhecer a conduta da equipe de saúde frente a esse abandono. A abordagem foi qualitativa. Utilizou-se a entrevista semiestruturada, aplicada a quarenta e cinco profissionais que atuam em uma Unidade de Referência no Pará. Após análise temática, foram construídas duas unidades: fatores relacionados aos doentes que dificultam adesão ao tratamento da TB; e fatores relacionados a...

  1. Infecção pelo HIV: descritores de mortalidade em pacientes hospitalizados Mortality descriptors in HIV inpatients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Claudio Santos Thuler

    1998-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os descritores clínico-epidemiológicos da mortalidade em pacientes internados por condições clínicas associadas à infecção pelo HIV. MÉTODO: Estudo retrospectivo de todos os pacientes adultos hospitalizados em 1990, 1992 e 1994 em hospital universitário. Os resultados foram descritos como números absolutos, percentagens e médias, sendo a significância estatística entre as diferenças avaliada pelos testes do qui-quadrado, exato de Fisher ou t de Student, conforme o caso. Um modelo de regressão logística foi elaborado visando a identificar os principais fatores associados ao risco de evolução para o óbito. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 240 pacientes. Entre 1990 e 1994 a idade média dos pacientes aumentou de 35,0 para 36,9 anos, a razão entre os sexos masculino e feminino caiu de 9,8 para 2,0, a proporção de não brancos cresceu de 18,5 para 41,3 e registrou-se um aumento do tempo médio entre a descoberta da infecção pelo HIV e a hospitalização de 0,7 para 2,5 anos. Observou-se a redução do número médio de dias de hospitalização de 31,3 para 25,3 e aumento da proporção de pacientes em acompanhamento ambulatorial de 47,8 para 83,3%. As infecções respiratórias representaram a principal causa de hospitalização (58% e as infecções oportunistas apresentadas com maior freqüência foram: candidíase oral (27,1%, tuberculose (18,3%, pneumonia por Pneumocystis carinii (15,4% e neurotoxoplasmose (10,4%. Na análise multivariada, apenas o tempo de hospitalização menor ou igual a 7 dias (Odds Ratio [OR]=3,88; p=0,02 e a ausência de acompanhamento ambulatorial (OR=3,29; p=0,01 mostraram-se associados a um maior risco de evolução para óbito. CONCLUSÃO: O conhecimento dos fatores associados a um risco aumentado de morte pode ser útil na tomada de decisão frente a pacientes hospitalizados com infecção pelo HIV.OBJECTIVE: To assess the clinical-epidemiological descriptors of

  2. A twelve-week randomized controlled study of the cognitive-behavioral Integrated Psychological Therapy program: positive effect on the social functioning of schizophrenic patients Estudo controlado randomizado de 12 semanas do programa cognitivo-comportamental IPT (Terapia Psicológica Integrada com efeito positivo sobre o funcionamento social em pacientes com esquizofrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilene Zimmer

    2007-06-01

    designado para avaliar o efeito de 12 sessões semanais do programa cognitivo-comportamental IPT (Integrated Psychological Therapy - Integriertes psychologisches Therapieprogramm für schizophrene Patienten - Terapia Psicológica Integrada, comparado ao tratamento usual sobre o funcionamento cognitivo, ajustamento social e qualidade de vida em pacientes ambulatoriais com esquizofrenia. MÉTODO: Cinqüenta e seis pacientes ambulatoriais adultos (idade entre 18 e 65 anos com diagnóstico de esquizofrenia pela CID-10, foram aleatoriamente designados para dois grupos: intervenção ativa (IPT e tratamento usual (grupo controle. As diferenças de medidas de resultados foram em qualidade de vida (WHOQOL-bref, cognição (Mini-Mental State Examination e word-span, funcionamento global (Global Assessment of Functioning-DMS-IV, funcionamento social (Social and Occupational Functioning Assessment Scale-DSM-IV e ajustamento social (Social Adjustment Scale. RESULTADOS: Os achados sugerem que 12 sessões do programa IPT mostraram um efeito positivo sobre várias medidas de resultado comparado ao grupo controle (tratamento usual: cognição nos domínios de orientação no tempo e no espaço (p = 0,045 e memória (p = 0,031; ajustamento social geral (p = 0,037, lazer e vida social (p = 0,051, relações familiares (p = 0,008; funcionamento global (p = 0,000; funcionamento sócio-ocupacional (p = 0,000; e qualidade de vida no domínio psicológico (p = 0,021. CONCLUSÃO: A intervenção cognitivo-comportamental de 12 sessões do IPT demonstrou superioridade de efeito sobre cognição, ajustamento social e qualidade de vida comparado ao tratamento usual. Estudos com amostras maiores, maior tempo de seguimento (follow-up e medidas adicionais de desfechos são necessários para avaliar efeitos específicos sobre dimensões de funcionamento cognitivo, social e qualidade de vida em esquizofrênicos.

  3. Paracoccidioidomicose em paciente coma infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: relato de necrópsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcus Aurelho de Lima

    1995-09-01

    Full Text Available Relata-se caso da associação paracoccidioidomicose - infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV em homem de 43 anos, em que se descreve, pela primeira vez, de modo detalhado, o quadro anatomopatológico da referida associação. Discutem-se a baixa freqüência desta associação, o comportamento, evolução e tratamento da paracoccidioidomicose em pacientes HIV positivos e chama-se a atenção para a importância da associação da infecção pelo HIV com as doenças tropicais mais comuns em nosso meio.

  4. Impacto do treinamento resistido na força e hipertrofia muscular em HIV-soropositivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciro José Brito

    2013-06-01

    Full Text Available O presente estudo investigou o efeito de 24 semanas de treinamento resistido (TR sobre a força e hipertrofia muscular de pacientes HIV-soropositivos. Participaram deste estudo 45 voluntários submetidos à terapia antirretroviral fortemente ativa (HAART, destes, 23 realizaram 3 sessões semanais, com 10 repetições a 80% 1RM. O teste de 1RM foi realizado de acordo com a metodologia proposta por Kraemer e Fry (1995, para estimativa da hipertrofia muscular adotou-se as equações de Frisancho (1984. Em comparação aos valores, o TR melhorou a força de 1RM nos exercícios de agachamento em 49% (21,0±4,9 vs. 31,2±5,1; P=0,001, supino reto em 13% (34,3±8,1 vs. 39,8±9,4; P=0,04, cadeira extensora em 34,1% (26,3±7,1 vs. 37,1±6,6; P=0,01, tríceps em 51% (22,9±4,0 vs. 38,3±4,9; P=0,001, pulley costas em 31,5% (31,7±3,9 vs. 41,7±4,4; P=0,01, cadeira flexora em 37,2% (18,9±3,4 vs. 27,3±3,2; P=0,01 e rosca bíceps em 60% (27,9±6,9 vs. 40,4±4,5; P=0,001. Não foram observadas diferenças (P<0,05 entre os valores basais e finais para o grupo controle. Observou-se aumento significativo (P<0,05 na área muscular do braço isenta de massa óssea, no grupo TR (52,8±14,5 cm² em relação ao controle (39,5±12,4 cm². Ademais, o TR resultou em significativa (P<0,05 redução da glicemia sanguínea de jejum (96,5±18,3 vs. 90,5±12,6, pressão arterial sistólica (126,3±14,3 vs. 120,0±10,0 e circunferência de cintura (83,0±12,5 vs. 80,6±10,2. Conclui-se que seis meses de TR resultaram em melhora na força e hipertrofia, ademais, o treinamento aplicado contribuiu para a regulação das variáveis metabólicas dos pacientes. Uma vez que a HAART é inevitável ao HIV-soropositivo, recomenda-se que o exercício físico seja realizado no intuito de dirimir os efeitos colaterais advindos desta terapia.

  5. Familiares de clientes acometidos pelo HIV/AIDS e o atendimento prestado em uma unidade ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silveira Edilene Aparecida Araújo da

    2002-01-01

    Full Text Available Durante o desenvolvimento da doença ocorrem alterações no estilo de vida do indivíduo com HIV/AIDS que suscitam, na família e no paciente, reações de adaptação às demandas. O presente estudo, realizado no ambulatório de um centro de referência para HIV/AIDS, contou com a participação de oito integrantes do grupo de apoio para familiares de pacientes acometidos pelo HIV/AIDS. Eles responderam a uma entrevista semi-estruturada a partir da qual foram analisados os conteúdos de suas falas. Esses familiares referiram dificuldades ao lidar com a doença e com a agressividade do paciente em relação ao cuidador. Eles encontraram acolhimento e recursos que proporcionaram melhora da saúde e mudanças positivas no paciente, mas queixaram-se da demora no atendimento ambulatorial e dificuldades com o transporte. No grupo de apoio encontraram alívio e conforto. A família que se propõe a cuidar do paciente deve ser acolhida e auxiliada na adaptação às mudanças, pela equipe de saúde.

  6. Fungus ball in HIV-infected patients Bola fúngica em pacientes HIV-infectados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Silva Guazzelli

    2009-12-01

    Full Text Available Aspergillus is a phagocyte opportunistic fungus that causes aspergillosis, an unusual disease in patients with AIDS. Six cases of fungal ball in patients with AIDS are reported here. In this group, all patients had hemoptysis and tuberculosis as the underlying lung disease. The diagnosis of pulmonary fungus ball was based on the clinical and radiographic feature, combined with serological and mycological evidence of Aspergillus fumigatus.Os fungos filamentosos são oportunistas de fagócitos, motivo pelo qual aspergilose é incomum em pacientes com Aids. A apresentação clínica depende do estado imune, tamanho do inóculo fúngico e doença de base. São relatados neste trabalho seis casos de bola fúngica em pacientes com Aids. Neste grupo, todos tiveram tuberculose como doença de base e hemoptise foi o principal sintoma. O diagnóstico da bola fúngica foi através da apresentação clínica, achados radiológicos combinados com imunodifusão radial dupla, exame micológico direto e cultivo do material do trato respiratório, sendo A. fumigatus o agente isolado

  7. Inquérito sorológico para a detecção de anticorpos contra o vírus da Imunodeficiência Humana (VIH em crianças internadas em enfermaria geral A serological inquiry for the detection of antibodies against the Human Immunodeficiency Virus (HIV in children in a general ward

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Alexandre Osmo

    1990-04-01

    Full Text Available São apresentados os resultados de um inquérito sorológico para a detecção de anticorpos contra o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH, em grupo não selecionado de crianças, internadas numa enfermaria geral de pediatria. Foram testados 441 pacientes pelo método ELISA, com uma positividade de 1,1 %, cujos resultados foram confirmados pelos testes de Western-Blot e/ou ImunoBlot. Nenhum dos cinco pacientes com teste positivo apresentou história de transfusão anterior, enquanto que 4,3% dos pacientes estudados apresentaram história transfusional. Todas as mães apresentaram também testes ELISA positivos. Em quatro casos, pelo menos um dos genitores referiu uso de drogas por via endovenosa. Em todas as crianças, o modo de transmissão foi vertical. A partir desses achados sugere-se a necessidade de a equipe de saúde tomar precauções quando da manipulação de sangue ou secreções. Recomenda-se a realização de inquéritos anônimos em enfermarias de hospitais gerais para auxiliar na determinação da real prevalência das infecções pelo VIH.The results of a serum inquiry for detection of antibodies against the Human Immunodeficiency Virus in a non selected group of children, patients of a general pediatric ward, are reported. Of the 441 cases, the ELISA test gave a positive result for 1.1% of them. This result was confirmed by the Western-Blot or ImmunoBlot test. None of the five children who tested positive had a previous history of blood transfusion. These children's mothers showed positive results to the ELISA test. Of four cases, at least one of the parents was IV drug addicted. In every case the transmission was vertical. On the basis of these findings, it is suggested that hospital staff should take the necessary precautions when manipulating blood and secretions and it is recommended that serum inquiries be made on the wards of general hospitals in the attempt to establish reliable data on the prevalence of HIV.

  8. Contracepção hormonal e anti-retrovirais em mulheres infectadas pelo HIV Hormonal contraception and antiretroviral therapy among HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Amaral

    2006-11-01

    Full Text Available Há controvérsia sobre a relação entre o uso de contraceptivos hormonais e o risco de adquirir o vírus da imunodeficiência humana (HIV, e pouco se sabe sobre os efeitos da contracepção hormonal em mulheres infectadas (efeitos colaterais, distúrbios menstruais, progressão da doença, interações com terapias anti-retrovirais. O objetivo deste artigo foi revisar os dados disponíveis quanto à vulnerabilidade ao HIV e à sua transmissibilidade na vigência do uso de contraceptivos hormonais bem como as conseqüências potenciais do uso desses contraceptivos por mulheres HIV-positivas sob terapia anti-retroviral (TARV, com ênfase nas interações medicamentosas. Concluiu-se que ainda não é possível elaborar recomendações, baseadas em evidências, sobre a contracepção hormonal em mulheres portadoras do HIV sob TARV. Assim, os infectologistas e os ginecologistas devem estar atentos às interações potenciais que possam representar aumento de efeitos adversos, individualizando a orientação sobre os esteróides contraceptivos, suas doses e vias de administração, considerando a TARV em uso.There is much controversy regarding the realtionship between the use of hormonal contraceptives and the risk of acquiring human immunodeficiency virus (HIV, and little is known about the effects of hormonal contraception in HIV-infected women (adverse events, menstrual disorders, disease progression, antiretroviral therapy interactions. The aim of the present study was to review available data regarding HIV vulnerability and transmission associated with hormonal contraceptives and the use of these contraceptives by women on antiretroviral therapy, with emphasis on drug interactions. In conclusion, it was not possible to offer evidence-based recommendations for the use of hormonal contraceptives among HIV-infected women under antiretroviral therapy. Infectious disease specialists and gynecologists providing care should be cautious about potential

  9. Síndrome de Fanconi induzida pelo uso de Tenofovir em pessoa coinfectada HIV-Hepatite B multirresistente

    OpenAIRE

    Jéssica Freitas Planello; Daniela Chinelato Marcelino; Rafael Cypriani; Bernardino Geraldo Alves Souto

    2016-01-01

    Introdução: A coinfecção vírus da Hepatite B-vírus da imunodeficiência humana (HIV-HBV) é comum e o Tenofovir (TDF) é droga de eleição porque age contra os dois vírus ao mesmo tempo. Porém, em cerca de 1% dos casos pode induzir Síndrome de Fanconi (SF), levando à insuficiência renal. Relato do caso: Em um homem coinfectado HIV-HBV, com a replicação do HIV controlada, o vírus da Hepatite B foi resistente a todos os fármacos disponíveis, exceto ao TDF. Vinte e dois meses após tratamento antirre...

  10. Fungemia em pacientes portadores do vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e caracterização fisiológica dos fungos isolados

    OpenAIRE

    Cambuim, Idalina Inês Fonsêca Nogueira

    2005-01-01

    Para averiguar a ocorrência de fungemia, foram analisadas no período de janeiro de 2004 a julho de 2004, amostras de sangue de 530 pacientes portadores do HIV, sendo 159 (30%) sem AIDS e 371 (70%) com AIDS, destes 468 pacientes atendidos em ambulatório e 62 pacientes internos, todos procedentes do Hospital Correia Picanço, Recife-PE. Foi detectada fungemia no sangue de quatro pacientes com HIV sem AIDS e em 20 com AIDS. Em quatro pacientes HIV sem AIDS, fungemia foi detectada a...

  11. Impacto do tratamento antirretroviral na ocorrência de macrocitose em pacientes com HIV/AIDS do município de Maringá, Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odete Correia Antunes de Oliveira

    2011-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: AIDS é uma doença causada pelo HIV que compromete o sistema imune do organismo. O advento da terapia antirretroviral (TARV altamente eficaz promoveu melhora substancial do prognóstico da doença e da qualidade de vida dos pacientes com HIV/AIDS. Durante seu tratamento prolongado, notam-se algumas alterações hematológicas, dentre elas, anemia e macrocitose, bem como carências de micronutrientes, tais como, de vitamina B12 e ácido fólico. O objetivo do presente trabalho é relacionar a macrocitose e anemia ao uso de TARV, ou à deficiência de vitamina B12 ou de ácido fólico. MÉTODOS: Foram avaliados 110 pacientes HIV positivos, comparando-se aqueles em uso de TARV com zidovudina (AZT (grupo 1, TARV sem AZT (grupo 2 ou sem uso de TARV (grupo 3. RESULTADOS: Os pacientes dos três grupos não apresentaram diferenças estatísticas significativas quanto aos níveis de hemoglobina (p = 0,584 e de ácido fólico (p = 0,956. Os pacientes do grupo 1 (G1 apresentaram volume corpuscular médio (VCM aumentado quando comparado ao grupo 3 (G3 (p < 0,05, bem como do grupo 2 (G2 em relação ao G3 (p < 0,001. As dosagens de vitamina B12 do G1 e G3 foram menores do que as encontradas pelo G2 (p = 0,008. CONCLUSÕES: Conclui-se que os indivíduos em uso de TARV apresentaram macrocitose, embora não pudesse ser relacionada ao tipo de TARV ou a deficiência de vitamina B12. Entretanto, a deficiência de ácido fólico não esteve relacionada ao uso de TARV e nem à macrocitose.

  12. Infecção pelo HIV em adolescentes do sexo feminino: um estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as vulnerabilidades que favoreceram a infecção pelo HIV em adolescentes e jovens do sexo feminino e verificar as dificuldades enfrentadas por essa população após o diagnóstico. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado por meio de entrevistas com mulheres adolescentes e jovens soropositivas em tratamento, com diagnóstico feito na adolescência. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra e os dados obtidos foram analisados através de leitura intensiva, classificação por temas e interpretação na perspectiva hermenêutica-dialética em diálogo com a literatura. RESULTADOS: Foram entrevistadas 23 mulheres cujo diagnóstico ocorreu entre 11 e 19 anos e que, em sua maioria, foram infectadas através do contato sexual, exceto em dois casos (um com via de transmissão sanguínea e outro desconhecida. Evidenciaram-se como situações de vulnerabilidade a descrença na possibilidade de contaminação, a baixa idade da iniciação sexual (menor que a média brasileira, o não uso de preservativo, parceiros promíscuos ou usuários de drogas injetáveis e submissão a situações de violência. Os principais problemas enfrentados após o diagnóstico foram o preconceito, a discriminação, a necessidade de tomar medicamentos diariamente e as preocupações relacionadas ao desejo de ser mãe. CONCLUSÕES: Reduzir a feminização da Aids implica em ampliar e aprofundar o debate em torno da sexualidade e dos dilemas vivenciados por adolescentes a respeito desse assunto, de forma aberta, não preconceituosa e não normatizadora, nas escolas e cenários de convivência de jovens, além de fornecer orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis, com distribuição gratuita e desburocratizada de preservativos.

  13. HIV-associated tuberculous lymphadenitis: the importance of polymerase chain reaction (PCR as a complementary tool for the diagnosis of tuberculosis - a study of 104 patients Linfadenite tuberculosa associada ao HIV: a importância da reação em cadeia de polimerase (PCR como ferramenta complementar para o diagnóstico da tuberculose - estudo de 104 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Valle Cortez

    2011-10-01

    Full Text Available BACKGROUND: Lymphadenitis is common in HIV-positive patients. Diagnosis of the infections associated with this condition is complex, particularly in the case of tuberculosis. Rapid and specific detection of Mycobacterium tuberculosis (M. tuberculosis is fundamental in ensuring adequate treatment. In addition, frequent causes of lymphadenitis such as those associated with lymphoma and histoplasmosis, among others, must be eliminated as possible causes. OBJECTIVES: To evaluate the accuracy of polymerase chain reaction as a tool for the diagnosis of lymphadenitis resulting from M. tuberculosis. METHODS: In this study, a protocol was developed using the following procedures: direct microscopy using Ziehl-Neelsen staining, culture in Lowenstein-Jensen medium, histology and polymerase chain reaction. RESULTS: A total of 104 patients were included in the study. According to histopathology, 38 patients (36% were found to have nonspecific chronic lymphadenitis, 27 (26% had tuberculous lymphadenitis, 11 patients (10.5% had lymphoma and 9 (8.7% had histoplasmosis. When Lowenstein-Jensen culture was performed, positive tests for tuberculous lymphadenitis increased by 30%. With polymerase chain reaction, M. tuberculosis DNA was detected in 6 out of 38 samples of non-specific chronic lymphadenitis. Three of these patients were followed up, developed symptoms of tuberculosis and were cured following specific treatment. CONCLUSION: The data obtained in this study suggest that all cases of lymphadenopathies should be submitted to histopathology, Lowenstein-Jensen or Ogawa culture and polymerase chain reaction. Polymerase chain reaction may prove to be useful in providing an early and accurate detection of cases of extrapulmonary tuberculosis in HIV-positive patients with lymphadenopathies, avoiding empirical treatment and the possible development of resistant strains.FUNDAMENTOS: A linfadenite é comum em pacientes HIV-positivos. O diagnóstico das infec

  14. Perfil dos pacientes com hipertensão arterial incluídos em uma coorte com HIV/AIDS em Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanizio Roque de Arruda Júnior

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Hipertensão arterial sistêmica (HAS é fator de risco modificável, cujo controle pode reduzir doença cardiovascular nos pacientes com vírus da imunodeficiência adquirida (HIV. OBJETIVO: Estimar a prevalência de HAS e descrever as características dos pacientes com HAS e pré-hipertensão infectados pelo HIV/AIDS. MÉTODOS: Estudo seccional alinhado a uma coorte de pacientes com HIV/AIDS. Considerou-se hipertensão em níveis > 140/90 mmHg ou uso de anti-hipertensivos e pré-hipertensão em níveis > 120/80 mmHg. RESULTADOS: Dos 958 pacientes, 388 (40,5% eram normotensos, 325 (33,9% pré-hipertensos e 245 (25,6% hipertensos. Desses 245 pacientes, 172 (70,2% sabiam ser hipertensos e 36 (14,8% apresentavam pressão arterial controlada. Tiveram diagnóstico de HAS após o diagnóstico do HIV 62 pacientes (54,4%. Lipodistrofia ocorreu em 95 (46,1% dos pacientes, já sobrepeso/obesidade em 129 (52,7%. Utilização de antirretrovirais ocorreu em 184 (85,9%, 89 (41,6% com inibidores de protease (IP e 95 (44,4% sem IP. Utilizavam antivirais > 24 meses 74,7%. Idade, antecedentes familiares de hipertensão, circunferência abdominal, índice de massa corporal e triglicerídeos foram maiores entre pacientes hipertensos. Tempo de infecção pelo HIV, contagem de linfócitos CD4, carga viral, tempo e tipo de esquema antirretroviral foram semelhantes nos hipertensos e pré-hipertensos. CONCLUSÃO: A elevada frequência de hipertensos não controlados e de riscos cardiovasculares nos infectados pelo HIV apontam a necessidade de medidas preventivas e terapêuticas contra HAS nesse grupo.

  15. Abordagem do desvio positivo para a mudança de comportamento alimentar: revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Costa Machado

    2014-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar uma revisão sistemática da literatura sobre a utilização do método do desvio positivo para promover a mudança de comportamento alimentar, a fim de identificar as potencialidades desse método para a educação em saúde e nutrição. MÉTODOS: As bases acessadas foram: Biblioteca Cochrane, LILACS, MEDLINE, SciELO, PubMed e Scopus. Os descritores utilizados para a busca foram: positive deviance, desvio positivo, positive deviance inquiry e positive deviants. Os critérios de inclusão foram presença de dados originais, metodologia claramente definida e textos disponíveis na íntegra. Os estudos selecionados tiveram seus principais resultados descritos e analisados através de critérios psicossociais (condições socioeconômicas e de saúde, hábitos de higiene e alimentares, antropométricos (peso, altura, bioquímicos e clínicos (presença de morbidades e exames bioquímicos para determinar as potencialidades e limitações do desvio positivo para mudar o comportamento alimentar. RESULTADOS: Dos 47 estudos identificados, nove atenderam os critérios de inclusão. Os objetivos descritos da aplicação do desvio positivo foram: prevenção e reabilitação da desnutrição materna e infantil em áreas de vulnerabilidade socioeconômica e tratamento do sobrepeso e obesidade em adultos. A melhoria de indicadores de nutrição materno-infantil e a sustentabilidade de comportamentos benéficos destacaram-se como potencialidades do desvio positivo. CONCLUSÕES: O desvio positivo pode contribuir para promover mudanças no comportamento alimentar com vistas à reversão de quadros de desnutrição infantil, bem como de sobrepeso e obesidade em adultos. O desvio positivo parece ser eficaz para promover educação em saúde em áreas de vulnerabilidade socioeconômica.

  16. Agentes comunitários de saúde: sentidos acerca do trabalho em HIV/AIDS Community health agents: meanings in HIV/AIDS work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nara Helena Lopes Pereira da Silva

    2008-08-01

    Full Text Available Este estudo pretende ampliar discussões sobre o trabalho dos agentes comunitários de saúde, na atenção primária, em relação ao HIV/AIDS. Para tal, o objetivo foi dar visibilidade para os sentidos construídos sobre HIV/AIDS em um grupo com agentes comunitários de saúde. Foi realizada uma entrevista com um grupo de quatro agentes, sendo a mesma gravada, transcrita e analisada na perspectiva do construcionismo social. A análise das narrativas informa como os diferentes sentidos atribuídos ao longo da história da epidemia se fazem presentes nas concepções e no trabalho com HIV/AIDS, a saber: o preconceito ancorado pelo discurso científico; as relações de gênero implicadas no trabalho; os valores contemporâneos atrelados à perfeição e juventude. Destaca-se que tais sentidos construídos conjuntamente na interação grupal, interpretam e constituem o fazer saúde. Assim, conclui-se que a criação de espaços para a troca dialógica entre os profissionais possibilita problematizar sentidos aparentemente cristalizados no que se refere a temática do HIV/AIDS.The present study intends to extend discussions about the community health agents work in the primary attention, concerning HIV/AIDS. For this purpose, the objective was to give visibility to the constructed meanings regarding HIV/AIDS in a group of community health agents. A group interview was conducted with four agents. The interview was tape-recorded, transcribed and analyzed in the perspective of social constructionism. The analysis of the narratives informed how the different meanings attributed throughout the history of the epidemy are present in conceptions and in the work with HIV/AIDS, namely, the prejudice anchored by the scientific discourse; gender issues involved in work relations; contemporary values expressed in the ideals of perfection and youth. We emphasize that these meanings jointly constructed with group interaction, interpret and constitute health care

  17. Los refuerzos positivos en el aula de infantil

    OpenAIRE

    Martínez Álvarez, Elena

    2013-01-01

    Este estudio ha sido realizado con el fin de analizar si el refuerzo positivo es un medio adecuado, o no para producir un mejor ambiente de trabajo en el aula de infantil, y si puede producir mejores resultados académicos, es decir, si puede mejorar el proceso de enseñanza – aprendizaje. Para poder contestar a esta cuestión vamos a analizar determinadas teorías e hipótesis relacionadas con este tema. Además vamos a poner en práctica una serie de actividades prácticas relacionadas con este ...

  18. Sem mágicas soluções: a prevenção e o cuidado em HIV/ AIDS e o processo de emancipação psicossocial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Paiva

    Full Text Available Este texto discute a necessidade de politizar os espaços psicoeducativos e propõe a noção de "emancipação psicossocial" como uma das referências para aprofundar a operacionalização da noção de vulnerabilidade no campo da prevenção de novas infecções pelo HIV e da organização do cuidado dos portadores. Refletindo sobre ações para a adesão aos medicamentos e ao preservativo, sugere que a prevenção ao HIV deve superar modelos pensados para cidadãos "HIV negativos" e que se radicalize o continuum prevenir-assistir. Para tanto, é urgente: considerar os fatos acumulados no campo da análise cultural e da pesquisa psicossocial no planejamento e organização de ações de prevenção e de assistência aos portadores, incorporando, por exemplo, as noções da construção social opressiva de dois gêneros, masculino e feminino; superar a noção de "indivíduo-consumidor" (de serviços, programas educativos, preservativos e medicação receitados, de comportamentos e práticas seguras a serem treinadas; estimular a renovação das ações de prevenção e cuidado. Trabalhar com a noção de "indivíduo sujeito-cidadão", co-participante de espaços psico-educativos que têm como horizonte a emancipação psicossocial, pode aumentar a qualidade das ações de prevenção e cuidado integral em HIV e AIDS, incluindo "todos" os brasileiros segundo o contexto sócio-cultural de "cada um", homens e mulheres, positivos ou negativos.

  19. Sem mágicas soluções: a prevenção e o cuidado em HIV/ AIDS e o processo de emancipação psicossocial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Paiva

    2002-08-01

    Full Text Available Este texto discute a necessidade de politizar os espaços psicoeducativos e propõe a noção de "emancipação psicossocial" como uma das referências para aprofundar a operacionalização da noção de vulnerabilidade no campo da prevenção de novas infecções pelo HIV e da organização do cuidado dos portadores. Refletindo sobre ações para a adesão aos medicamentos e ao preservativo, sugere que a prevenção ao HIV deve superar modelos pensados para cidadãos "HIV negativos" e que se radicalize o continuum prevenir-assistir. Para tanto, é urgente: considerar os fatos acumulados no campo da análise cultural e da pesquisa psicossocial no planejamento e organização de ações de prevenção e de assistência aos portadores, incorporando, por exemplo, as noções da construção social opressiva de dois gêneros, masculino e feminino; superar a noção de "indivíduo-consumidor" (de serviços, programas educativos, preservativos e medicação receitados, de comportamentos e práticas seguras a serem treinadas; estimular a renovação das ações de prevenção e cuidado. Trabalhar com a noção de "indivíduo sujeito-cidadão", co-participante de espaços psico-educativos que têm como horizonte a emancipação psicossocial, pode aumentar a qualidade das ações de prevenção e cuidado integral em HIV e AIDS, incluindo "todos" os brasileiros segundo o contexto sócio-cultural de "cada um", homens e mulheres, positivos ou negativos.

  20. Diferenças na apresentação clínico-radiológica da tuberculose intratorácica segundo a presença ou não de infecção por HIV Differences in the clinical and radiological presentation of intrathoracic tuberculosis in the presence or absence of HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Dornelles Picon

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as diferenças na apresentação clínico-radiológica da tuberculose segundo a presença ou não de infecção por HIV. MÉTODOS: Examinou-se uma amostra consecutiva de 231 adultos com tuberculose pulmonar bacilífera internados em hospital de tisiologia. A presença de infecção por HIV, AIDS e fatores associados foi avaliada e as radiografias de tórax foram reinterpretadas. RESULTADOS: Havia 113 pacientes HIV-positivos (49%. Estes pacientes apresentavam maior freqüência de tuberculose pulmonar atípica (lesões pulmonares associadas a linfonodomegalias intratorácicas, tuberculose de disseminação hemática e tuberculose pulmonar associada a linfonodomegalias superficiais e menor freqüência de lesões pulmonares escavadas do que os pacientes HIV-negativos. Isto também ocorreu entre os pacientes HIV-positivos com AIDS e os HIV-positivos sem AIDS. Não se observaram diferenças entre os pacientes HIV-positivos sem AIDS e os HIV-negativos. Os valores medianos de CD4 foram menores nos pacientes HIV-positivos com linfonodomegalias intratorácicas e lesões pulmonares em comparação aos com lesões pulmonares exclusivas (47 vs. 266 células/mm³; p OBJECTIVE: To describe the differences in the clinical and radiological presentation of tuberculosis in the presence or absence of HIV infection. METHODS: A sample of 231 consecutive adults with active pulmonary tuberculosis admitted to a tuberculosis hospital were studied, assessing HIV infection, AIDS, and associated factors, as well as re-evaluating chest X-rays. RESULTS: There were 113 HIV-positive patients (49% Comparing the 113 HIV-positive patients (49% to the 118 HIV-negative patients (51%, the former presented a higher frequency of atypical pulmonary tuberculosis (pulmonary lesions accompanied by intrathoracic lymph node enlargement, hematogenous tuberculosis, and pulmonary tuberculosis accompanied by superficial lymph node enlargement, as well as presenting less

  1. Language aspects of children infected with hiv Aspectos da linguagem em crianças infectadas pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Barroso Guedes Granzotti

    2013-01-01

    Full Text Available PURPOSE: to assess the lexical proficiency and the incidence of phonologic disorders in the language of children infected with HIV. METHOD: the study population consisted of 31 children between three and seven year-old. For evaluation purposes the Test of Infantile Language - ABFW was applied in the areas of phonology and vocabulary. RESULTS: the results obtained were analyzed according to the clinical criteria for the classification of the disease proposed by the CDC and regarding the immunological profile and the viral burden using the Mann-Whitney test for statistical analysis. In the vocabulary evaluation, 100% of the children presented an inappropriate response for their age in at least two distinct conceptual fields. In the phonologic evaluation, 67.7% of the assessed children were considered to be affected by some phonologic disorder. When we compared adequate and inadequate results of phonologic evaluation to the clinical and immunological parameters of AIDS such as clinical classification (p=0,16, CD4 count (p=0,37 and viral burden (p=0,82, we did not detect a statistically significant relation between language alterations and disease severity. CONCLUSION: this research has shown that the studied group presents a high risk for language disorders and that constant phonoaudiological follow-up is essential to identify the alterations in early stage.OBJETIVO: avaliar a proficiência lexical e a incidência de distúrbios fonológicos na linguagem de crianças infectadas com HIV. MÉTODO: a população do estudo consistiu de 31 crianças com idades entre três e sete anos. Para avaliação foi utilizado o Teste de Linguagem Infantil - ABFW foi nas áreas de fonologia e vocabulário. RESULTADOS: os resultados obtidos foram analisados de acordo com os critérios clínicos para a classificação da doença, proposta pelo CDC e sobre o perfil imunológico e a carga viral através do teste de Mann-Whitney para análise estatística. Na avalia

  2. Rosuvastatina e ciprofibrato no tratamento da dislipidemia em pacientes com HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton Domingos

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A dislipidemia secundária à terapia antirretroviral potente nos pacientes com HIV está associada à significativa elevação da morbimortalidade cardiovascular por doença aterosclerótica, sendo, portanto, necessário tratamento imediato e eficaz. OBJETIVO: Demonstrar a efetividade e a segurança da rosuvastatina e do ciprofibrato no tratamento da dislipidemia associada à terapia antirretroviral potente em pacientes com HIV. MÉTODOS: Trezentos e quarenta e seis pacientes com dislipidemia foram submetidos a tratamento farmacológico: 200 pacientes com hipertrigliceridemia receberam ciprofibrato (Grupo I; 79 pacientes com hipercolesterolemia receberam rosuvastatina (Grupo II; e 67 pacientes com dislipidemia mista receberam ciprofibrato associado a rosuvastatina (Grupo III. O perfil lipídico foi avaliado antes e após o tratamento hipolipemiante, sendo feita comparação estatística pelo teste de Wilcoxon. Transaminases hepáticas e creatinofosfoquinase foram dosadas para controle de toxicidade hepática e muscular. RESULTADOS: As concentrações séricas de triglicérides e de colesterol total foram significativamente menores do que as obtidas antes do tratamento, para os três grupos experimentais (p < 0,002. Observou-se aumento significativo do HDL colesterol nos grupos experimentais I e III (p < 0,002. Nos grupos I e II, o LDL-colesterol foi significativamente menor (p < 0,001. Nenhum dos pacientes apresentou elevações de transaminases ou de creatinofosfoquinase a níveis de toxicidade significativa. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo demonstram que ciprofibrato, rosuvastatina ou a combinação de ambos pode ser considerada tratamento hipolipemiante efetivo, seguro e com boa tolerância nos pacientes com Aids submetidos à terapia antirretroviral potente.

  3. Rinossinusites em crianças infectadas pelo HIV sob terapia anti-retroviral Rhinosinusitis in HIV-infected children undergoing antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Diógenes Pinheiro Neto

    2009-02-01

    Full Text Available A associação dos inibidores de protease (IP à terapia anti-retroviral provocou mudanças importantes na morbidade e mortalidade de pacientes infectados pelo HIV. OBJETIVOS: Avaliar o impacto desta associação na prevalência de rinossinusite (RS e na contagem sérica de linfócitos CD4 em crianças infectadas pelo HIV. CASUÍSTICA E MÉTODOS: A forma de estudo foi cross-sectional com 471 crianças infectadas pelo HIV. Em 1996, inibidores de protease foram liberados para terapia anti-retroviral. Desta forma, dois grupos de crianças foram formados: as que não fizeram uso de IP e as que fizeram uso desta droga após 1996. A prevalência de RS e a contagem sérica de linfócitos CD4 foram comparadas entre estes grupos. RESULTADOS: 14,4% das crianças infectadas pelo HIV apresentaram RS. A RS crônica foi mais prevalente que a RS aguda em ambos os grupos. Crianças menores de 6 anos tratadas com a associação de IP apresentaram maior prevalência de RS aguda. A associação de IP esteve associada à maior contagem de linfócitos CD4 séricos com menor prevalência de RS crônica. CONCLUSÕES: A terapia com IP esteve associada ao aumento na contagem de linfócitos CD4. Crianças abaixo dos 6 anos em uso de IP apresentaram menor tendência à cronificação da doença.The association of protease inhibitors (PI to antiretroviral therapy has generated sensible changes in morbidity and mortality of HIV-infected patients. AIM: Aims at evaluating the impact of this association on the prevalence of rhinosinusitis (RS and CD4+ lymphocyte count in HIV-infected children. METHODS: Retrospective cross-sectional study of the medical charts of 471 HIV-infected children. In 1996, protease inhibitors were approved for use as an association drug in antiretroviral therapy. Children were divided into two groups: one which did not receive PI and another which received PI after 1996. The prevalence of RS and CD4+ lymphocyte counts were compared between these groups

  4. Enfrentamento e percepção da mulher em relação à infecção pelo HIV

    OpenAIRE

    Renesto, Helana Maria Ferreira; Falbo, Ana Rodrigues; Souza, Edvaldo; Vasconcelos, Maria Gorete

    2014-01-01

    OBJETIVO Analisar o enfrentamento e as percepções das mulheres em relação à descoberta da infecção pelo HIV. MÉTODOS Estudo qualitativo em Serviço de Assistência Especializada em HIV/aids em Recife, PE, de janeiro a setembro de 2010. Participaram oito mulheres entre 27 e 37 anos de idade vivendo com HIV, assintomáticas, sem critérios de diagnóstico de aids, infectadas por meio de relação sexual, e acompanhadas no serviço há pelo menos um ano. Foram utilizados formulário para caracterizar o ...

  5. Fatores de risco para transmissão do HIV em usuários de drogas de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil Risk factors for HIV transmission in drug users from Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Pechansky

    2004-12-01

    Full Text Available Em um estudo transversal com uma amostra de 420 usuários de drogas de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, foram avaliados demografia, uso de drogas e situações de risco para contaminação pelo HIV por meio da versão brasileira do questionário Comportamentos de Risco para AIDS. A prevalência de HIV positivos foi de 22,6%; 39,3% tinham 30 anos ou mais e 69,5% eram homens. Nos trinta dias prévios à coleta, 56,8% tinham usado maconha, 43,6% cocaína inalada, 17,6% cocaína injetada e 42,4% álcool freqüentemente. As variáveis que se mantiveram associadas com infecção por HIV após regressão logística foram idade superior a trinta anos (RC: 2,89; IC95%: 1,17-7,12, ter menos de sete anos de estudo (RC: 2,10; IC95%: 1,02-4,36, renda de menos de um salário mínimo (RC: 2,89; IC95%: 1,32-6,32 e ter usado droga injetável (DI (RC: 5,18; IC95%: 2,89-9,28. A taxa de infecção pelo HIV encontrada foi alta, considerando que 70,0% nunca haviam usado DI. As variáveis associadas com contaminação por HIV estão de acordo com as literaturas nacional e internacional e com o modelo teórico de exposição a risco proposto pelo primeiro autor.A cross-sectional study with a sample of 420 drug users from Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil, was utilized to assess demographic variables, drug use, and risk behaviors for HIV infection. We used the Brazilian version of the Risk Assessment Battery. Overall HIV seropositivity was 22.6%; 39.3% of the subjects infected were at least 30 years old, and 69.5% were males. In the month prior to the interview, 56.8% of the sample had used marijuana, 43.6% had sniffed cocaine, 17.6% had injected cocaine, and 42.4% had used alcohol on a frequent basis. The variables that continued to be associated with HIV infection after logistic regression were age (30 or older (OR: 2.89; 95%CI: 1.17-7.12, having less than seven years of schooling (OR: 2.10; 95%CI: 1.02-4.36, having a monthly family income of less

  6. Tratamento de depressão em indivíduos infectados pelo HIV Treatment of depression in HIV-infected individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Malbergier

    2001-09-01

    Full Text Available A infecção pelo HIV/Aids é freqüentemente associada a transtornos psiquiátricos. Dentre eles, a depressão é o mais comum. O diagnóstico e o tratamento dos transtornos depressivos são fundamentais para melhorar a qualidade de vida desses pacientes. Esta revisão tem como objetivo sintetizar e discutir os resultados mais importantes da literatura a respeito das particularidades do tratamento dos transtornos depressivos em indivíduos infectados pelo HIV. São discutidos a epidemiologia, o quadro clínico, a influência da depressão na evolução da infecção, o tratamento farmacológico com antidepressivos, testosterona e psicoestimulantes e a interação farmacológica entre os antidepressivos e benzodiazepínicos e as drogas antivirais. Conclui-se que o tratamento antidepressivo nessa população é eficaz, seguro e não promove imunossupressão nos indivíduos afetados.HIV/AIDS infection is frequently associated with psychiatric disorders, especially depression. The diagnosis and treatment of depression are essential to improve quality of life in these individuals. This review intends to summarize and discuss the most important results in the literature about the treatment of depression in HIV-infected individuals. The epidemiology, clinical presentation, contribution of depression on HIV infection, pharmacological treatment with antidepressants, testosterone, and psychostimulant drugs, and pharmacological interactions between antidepressants, benzodiazepines, and antiviral medications are discussed. The conclusion drawn from this study is that the treatment of depression in this population is effective, safe and does not promote immunosupression.

  7. Promoción de un ambiente de aprendizaje positivo Promoção de um ambiente de aprendizagem positivo Promotion of a positive learning environment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leilane Barbosa de Sousa

    2008-09-01

    Full Text Available Objetivo: relatar una experiencia de promoción de un ambiente de aprendizaje positivo. Metodología: estudio descriptivo que adoptó como referencial teórico-metodológico el Manual de Referencia para Formación de Formadores del Johns Hopkins Program for International Education in Reproductive Health, de los Estados Unidos de América. Una estudiante de maestría desarrolló una clase expositiva con la orientación de profesoras de la asignatura Metodología de la Enseñanza de Enfermería, con la participación de 28 alumnos y de la profesora titular de la asignatura de Psicología Aplicada a la Salud, en noviembre de 2006. Resultados: los participantes expresaron aceptar el método e indicaron aspectos importantes de un ambiente de aprendizaje positivo, tales como: dominio y seguridad, dinamismo en la presentación oral, oportunidad para la participación, aplicación práctica y resumen de los puntos principales. Conclusión: los resultados enfocaron la importancia de revisar paradigmas educativos tradicionales desde la óptica de los principales interesados en el proceso, los educandos.Objetivo: Relatar experiência de promoção de um ambiente de aprendizagem positiva. Metodologia: Estudo descritivo que adotou como referencial teóricometodológico o Manual de Referência para Formação de Formadores da Johns Hopkins Program for International Education in Reproductive Health, sediada nos Estados Unidos da América. Aula expositiva foi desenvolvida por uma mestranda com a orientação das professoras da disciplina Metodologia do Ensino de Enfermagem e com a participação de 28 alunos e da professora titular da disciplina de Psicologia Aplicada à Saúde, vivenciada em novembro de 2006. Resultados: Os participantes expressaram aceitação ao método e apontaram aspectos importantes de um ambiente de aprendizagem positivo, tais como: domínio e segurança, dinamismo na apresentação oral, oportunidade para participação, aplicação pr

  8. Valores positivos e desenvolvimento do adolescente: perfil de jovens paulistanos Valores positivos y el desarrollo del adolescente: perfil de jóvenes paulistanos Positive values and adolescent development: a profile in São Paulo city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa M. S. de Macedo

    2009-12-01

    Full Text Available A presente pesquisa é parte do projeto "Os valores positivos e o desenvolvimento do adolescente", que se iniciou com a adaptação cultural do questionário Search Institute Profiles of Student Life. Seu objetivo foi mapear valores positivos presentes em adolescentes paulistanos, visando gerar informações que permitam planejar ações de promoção de saúde para jovens, suas famílias e comunidades. O instrumento adaptado foi aplicado em 2725 jovens paulistanos, de 11 a 19 anos, de ambos os sexos, provenientes de todas as regiões da cidade de São Paulo, categorizados de acordo com o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social. Os resultados indicaram a presença um número baixo de valores, diferenças associadas mais à idade e ao sexo do que ao IPVS e, principalmente, a necessidade de revisão de nossas estratégias de promoção de saúde, que poderiam basear-se no desenvolvimento de valores positivos.La presente pesquisa es parte de lo proyeto "Los valores positivos y el desarrollo del adolescente" , que se ha iniciado com la adaptación cultural de lo instrumento Search Institute Profiles of Student Life. Lo objetivo fue mapear valores positivos presentes en jóvenes de la ciudad de São Paulo, para el desarrollo de acciones promotoras de salud para los jóvenes, sus famílias y comunidad. Lo instrumento adaptado fue aplicado a 2725 adolescentes, de 11 a 19 años, de ambos los sexos y en tres niveles de vulnerabilidad social: baja, mediana y alta. Los resultados han indicado la presencia de bajo número de valores positivos, diferencias más associadas a la edad y sexo y menos a la vulnerabilidad social y, especialmente, la necesidad de uma revisión de nuestras estratégias para la promoción de la salud, que podrían estar basadas en el desarrollo de valores positivos.This research is part of the project "The positive values and the adolescent development: from vulnerability to responsibility" that begun with the cultural adaptation

  9. Relationship between serum concetrations of type III procollagen, hyluronic acid and histopathological findings in the liver of HCV-positive blood donors Relação entre concentrações séricas de procolágeno tipo III, ácido hialurônico com achados histopatológicos do fígado em doadores de sangue anti-HCV positivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina Rodrigues Camacho

    2007-06-01

    Full Text Available BACKGROUND: Serologic markers have been proposed for monitoring hepatic fibrosis in chronic liver disease. Among fibrosis markers, type III procollagen (PIIIP and hyaluronic acid have been studied in these patients. AIM: To evaluate the association between these serum markers with histological findings. METHODS: A prospective cross-sectional study was carried out with HCV-positive blood donors. The studied population included men and women whose age ranged from 18 to 60 years, with elevated liver function tests [ALT levels > 1.5 times the normal value and alterations of two or more of the following: any changes in the levels of ALT, aspartate aminotransferase, conjugated bilirrubin, gammaglobulin, gammaglutamyltranspeptidase, albumin, platelet count; alkaline phosphatase levels >1.5 times the normal value, or prothrombin time below 70% and above 60%]. Fourty-nine patients were submitted to liver biopsy, blood analysis of PIIIP, hyaluronic acid, besides liver function tests. RESULTS: Liver function tests were not associated with tissular fibrosis, as assessed by ALT (>1.5 times above normal, fibrosis risk=18.8%; RACIONAL: Marcadores sorológicos têm sido propostos para monitorar fibrose hepática em doença crônica do fígado. Dentre os marcadores de fibrose, ácido hialurônico e procolágeno tipo III têm sido estudados nestes pacientes. OBJETIVO: Avaliar a associação de marcadores séricos de fibrose com achados histológicos. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal prospectivo em doadores de sangue anti-HCV positivos. A população estudada incluiu homens e mulheres com idade entre 18-60 anos com provas de função hepática alteradas (níveis de alanina aminotransferase >1.5 vezes do normal e alterações de dois ou mais dos seguintes: qualquer alteração nos níveis de alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, bilirrubina conjugada, gamaglobulina, gamaglutamiltranspeptidase, albumina, plaquetas, níveis de fosfatase

  10. NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E SÍNDROME LIPODISTRÓFICA EM PACIENTES COM HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Gouvêa-e-Silva

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: A atividade física pode ser uma aliada para minimizar o surgimento da lipodistrofia e seus efeitos deletérios. Objetivo: Analisar a relação do nível de atividade física (NAF e a síndrome lipodistrófica com a composição corporal e a qualidade de vida (QV de portadores do HIV/Aids. Métodos: Participaram do estudo 120 pacientes com HIV/Aids (38,55 ± 11,47 anos. Foram avaliados quanto ao índice de massa corporal, composição corporal, taxa metabólica basal, índice cintura-quadril, QV, presença, tipo e local de lipodistrofia, força de preensão manual e NAF. Resultados: Constatou-se que 70% eram sedentários; além disso, a massa magra foi 9,5% maior nos pacientes ativos, bem como a força muscular de preensão com a mão direita (11% e esquerda (12% e a taxa metabólica basal (6,9%. Quanto à associação da QV ao NAF, foi notada correlação fraca apenas para a preocupação com o sigilo (r = 0,2160; p = 0,0210, bem como, os pacientes ativos demonstraram melhor resultado que os sedentários (p < 0,05. Dos pacientes que apresentaram lipodistrofia, 66% eram sedentários; o tipo predominante foi a lipodistrofia mista (46% e as regiões mais comuns foram a face e abdome. Ressalta-se que nos pacientes sem a síndrome a taxa metabólica basal foi maior (p = 0,0175 e o tempo de infecção (p = 0,0020 e de TARV (p = 0,0002 foram menores. Conclusão: Conclui-se, conforme metodologia adotada, que o sedentarismo predominou, o NAF apresentou associação positiva somente com a preocupação com o sigilo e os sedentários apresentaram dois domínios abaixo do escore de 50 (preocupação financeira e com o sigilo, com relação a um domínio dos pacientes ativos. A lipodistrofia esteve presente em 37% da amostra, sendo o tipo mais presente a lipodistrofia mista, e os locais de maior ocorrência foram a face e o abdome. Para esse grupo o NAF não se apresentou positivo para a composição corporal e a presença da lipodistrofia n

  11. Treinamento físico no risco de doença isquêmica cardíaca em sujeitos HIV/AIDS em uso de TARV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ramos Lazzarotto

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A terapia antirretroviral combinada (TARV foi introduzida no Brasil em 1996, como parte da política nacional de acesso gratuito aos serviços de saúde e medicamentos. Infelizmente, o seu uso contínuo tem sido associado com mudanças na distribuição da gordura corporal e com alterações metabólicas que podem aumentar a morbidade e mortalidade nesta população. O treinamento físico tem sido estudado como uma estratégia eficaz de intervenção não farmacológica para melhorar os parâmetros de aptidão física relacionados à saúde e para minimizar os efeitos indesejáveis ​​da infecção pelo HIV e/ou o uso prolongado da TARV, no entanto, há poucos estudos sobre o treinamento físico, síndrome lipodistrófica e cardiologia. OBJETIVO: Avaliar o risco de doença isquêmica cardíaca em sujeitos HIV/AIDS em uso de TARV praticantes de treinamento concorrente com séries simples. MÉTODOS: Quatorze sujeitos foram avaliados através da circunferência abdominal, pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD, colesterol total (CT, HDL, LDL, triglicerídeos (TG e glicemia. Para a estimativa do risco coronariano em 10 anos utilizou-se o Escore de Framingham. RESULTADOS: A maioria dos sujeitos situou-se dentro dos valores de referência para as variáveis analisadas, exceto para os valores de LDL e TG. Treze sujeitos (92,7% ficaram abaixo dos 10% de risco coronariano em 10 anos, e apenas um (7,3% estava em risco moderado. Houve correlação significativa entre o tempo de treinamento e a PAS. CONCLUSÃO: Sugere-se a realização de ensaios clínicos randomizados para avaliar os mesmos desfechos deste estudo.

  12. Afinal, existe algum aspecto positivo no modelo da Escola Tradicional?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Henrique Protetti

    2010-03-01

    Full Text Available

    O artigo apresenta elementos de reflexão sobre o campo da educação escolar, relativo às distintas teorias pedagógicas e suas concepções sobre o processo do trabalho educativo. Objetiva-se compreender a relação entre o modelo pedagógico da Escola Tradicional e o debate existente com outras perspectivas pedagógicas, na procura de responder a questão que corresponde ao título do artigo: afinal, existe algum aspecto positivo no modelo pedagógico da Escola Tradicional? Inicialmente, realiza-se a exposição do modelo pedagógico da Escola Tradicional, na definição dos elementos singulares do seu método de ensino. No segundo momento, investigam-se as diferentes críticas recebidas pela Escola Tradicional por meio da exemplificação de duas teorias pedagógicas, Escola Nova e Pedagogia das Competências, com a intenção de identificar as características comuns que envolvem ambas as críticas, a partir da tese que versa sobre a existência de “pedagogias negativas”, a negação de tudo aquilo a que se refere à Educação Tradicional. Finalmente procura-se responder através desta investigação a seguinte questão: a partir da consideração de que todas as críticas recebidas figuram a Escola Tradicional como um modelo pedagógico atrasado e anacrônico, será possível a existências de algum aspecto positivo nesta concepção de trabalho educativo?

  13. HIV

    African Journals Online (AJOL)

    Introduction. The·human immunodeficiency virus (HIV) can be transmiHed from one person to onother through the use of non-sterile nee- dles, syringes, and other skin-piercing and invasive instruments. Proper .sterilization of all such instruments is therefore important to prevent its transmission. HIV is very sensitive to ...

  14. hiv

    African Journals Online (AJOL)

    2016-03-31

    Mar 31, 2016 ... Indexed By: African Journal Online (AJOL); Texila American University; Genamics; Scholarsteer; EIJASR; CAS-American Chemical. Society; and IRMS Informatics India (J-Gate). ABSTRACT. This study evaluated the effect of HIV infection on CD4 T-lymphocyte depletion in people living with HIV/AIDS.

  15. Escala de afeto positivo e negativo para crianças: estudos de construção e validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Hofheinz Giacomoni

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi desenvolver uma Escala de Afeto Positivo e Negativo para Crianças. São apresentados dois estudos: de construção da escala, bem como de validação concorrente. Além disso, procurou-se avaliar o nível de afeto positivo e negativo das crianças dessa amostra, assim como, verificar possíveis diferenças entre sexos, faixa etária e tipo de escola. Participaram do estudo de construção da escala 661 crianças (52,2% meninos entre sete e 12 anos (m = 10,6 anos; d.p. = 1,7 anos de escolas públicas estaduais (54% e privadas (46% de Porto Alegre. A versão final da Escala de Afeto Positivo e Negativo é composta por 34 itens, 17 itens em cada subescala. Os coeficientes Alpha obtidos para as subescalas de Afeto Positivo (0,88 e de Afeto Negativo (0,84 apontam evidências de confiabilidade. Análises Fatoriais confirmaram a estrutura da escala através da solução de dois fatores em ambos estudos. A Escala também apresentou boas evidências de validação concorrente. Através de correlações coerentes com as apontadas pela literatura, os resultados indicam que a Escala de Afeto Negativo pode ser utilizada como instrumento de avaliação de desajustamento emocional. O desenvolvimento da Escala de Afeto Positivo e Negativo para Crianças incrementa o processo de elaboração de instrumentos para avaliarmos o bemestar subjetivo infantil.

  16. Análise de coocorrência de palavras na pesquisa brasileira em HIV/AIDS indexada na Web of Science no período 1993-2013

    OpenAIRE

    Rafael Antunes dos Santos

    2015-01-01

    A pesquisa apresenta um estudo exploratório sobre a produção científica brasileira em HIV/Aids indexada na Web of Science no período 1993-2013. O estudo analisa, com base em indicadores bibliométricos de coocorrência de palavras-chave, a dimensão cognitiva da pesquisa brasileira em HIV/Aids a partir das informações obtidas no campo de metadados Descriptor (DE) dos 1798 artigos recuperados. A pesquisa procura ampliar o conhecimento das dimensões relativas às temáticas de pesquisa em HIV/Aids n...

  17. Vulnerabilidade para o HIV em mulheres trans : o papel da psicologia e o acesso à saúde

    OpenAIRE

    Angelo Brandelli Costa

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo foi analisar a vulnerabilidade programática, social e individual para a infecção por HIV em mulheres trans. Para esse fim, realizaram-se quatro estudos. No primeiro estudo, a partir da análise crítica da escala de Masculinidade e Feminilidade (M) da versão brasileira da Escala de Personalidade de Comrey (CPS), recuperou-se o tratamento histórico que a psicologia feminista deu às ideias de sexo e gênero e seus desdobramentos. Além disso, apontou-se para uma concepção de...

  18. HIV testing among pregnant women in Brazil: rates and predictors Prueba anti-HIV en mujeres embarazadas en Brasil: tasas y predictivos Testagem anti-HIV em mulheres grávidas no Brasil: taxas e preditores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdiléa G Veloso

    2008-10-01

    intervenciones de prevención del HIV durante el embarazo, con la utilización de una encuesta. Se realizaron análisis bivariadas y multivariadas para verificar los efectos independientes de las co-variables en la oferta y realización de la prueba anti-HIV. Los datos fueron colectados en el período de noviembre de 1999 a abril de 2000. RESULTADOS: La realización de la prueba anti-HIV durante el embarazo fue realizada por el 77,5% de las encuestadas. La oferta de la prueba fue positivamente asociada con: el conocimiento previo sobre la prevención de la transmisión materno-infantil del HIV; mayor número de visitas prenatal; mayor nivel de escolaridad y presencia de color blanco de piel. La tasa de aceptación de la prueba anti-HIV fue de 92,5%. CONCLUSIONES: Los resultados indican que La diseminación de la información sobre prevención de la transmisión materno-infantil del HIV puede contribuir para aumentar la cobertura de la evaluación anti-HIV durante el embarazo. Las mujeres no-blancas con menores niveles de educación deben ser priorizadas. La estrategias para aumentar la participación de poblaciones vulnerables al cuidado prenatal y la sensibilización de trabajadores de la salud son de gran importancia.OBJETIVO: Estimar as taxas de oferta e realização do teste anti-HIV e seus preditores entre mulheres que receberam atendimento pré-natal. MÉTODOS: Foi conduzido estudo transversal, de base populacional, com 2.234 puérperas em 12 cidades do Brasil. Amostras probabilísticas foram selecionadas independentemente por cidade, entre puérperas que compareceram a pelo menos uma visita pré-natal. Foram coletados dados sociodemográficos, informações sobre cuidado pré-natal e acesso a intervenções de prevenção do HIV durante a gravidez corrente, com a utilização de um questionário. Foram realizadas análises bivariadas e multivariadas para verificar os efeitos independentes das covariáveis na oferta e realização do teste anti-HIV. Os dados foram

  19. Aconselhamento em HIV/AIDS: pressupostos teóricos para uma prática clínica fundamentada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarisse Sampaio Pequeno

    2013-06-01

    Full Text Available Com o avanço da AIDS no Brasil, o Ministério da Saúde sentiu a necessidade de sensibilizar e treinar profissionais de saúde para trabalhar com questões provocadas pela infecção ou pela doença. Neste sentido, surgiu a implantação de centros de orientação e apoio sorológico (CTA, que passaram a ser a principal referência em aconselhamento. O aconselhamento em HIV/AIDS é um dispositivo utilizado por profissionais de saúde buscando trabalhar informação, orientação, avaliação de risco e apoio na realização da sorologia anti-HIV. Entretanto, faz-se necessário que esta estratégia tenha fundamentos teórico-filosóficos que sirvam para embasar a prática clínica do aconselhador. Logo, este artigo objetivou apresentar os principais pressupostos de algumas teorias do aconselhamento psicológico e sua relação com a prática do aconselhamento em HIV/AIDS. Acredita-se que estas reflexões poderão contribuir para fundamentar teoricamente os profissionais que realizam aconselhamento em HIV/AIDS, configurando-o realmente em um dispositivo para promoção da saúde.

  20. Perfil clínico e epidemiológico de gestantes infectadas pelo HIV em um serviço do sul do Brasil Clinical and epidemiological profile of HIV-infected pregnant women in a service in south Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Kolling Konopka

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar o perfil clínico e epidemiológico, o desfecho da gestação e a transmissão vertical de gestantes infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV atendidas no pré-natal do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM. MÉTODOS: foi realizado um estudo prospectivo na população de 139 gestantes portadoras do vírus HIV que foram atendidas no Ambulatório de Pré-natal de Alto Risco do HUSM durante o período de agosto de 2002 a agosto de 2007, e que tiveram pelo menos duas consultas de pré-natal neste serviço. A coleta de dados foi efetuada por meio de entrevista e preenchimento do protocolo de pesquisa durante a consulta de pré-natal. O protocolo era mantido anexado ao prontuário da paciente e mantido até o desfecho da gestação. Realizou-se análise descritiva das variáveis quantitativas utilizando-se o programa SPSS versão 15.0. RESULTADOS: dentre as 139 gestantes, a média de idade foi de 25,6 anos (±5,8, 79 (56,8% eram brancas, 81 (58,5% eram casadas ou viviam em união estável e 90 (65,0% tinham menos de oito anos de escolaridade. Cinquenta e um por cento das gestantes já tinham dois ou mais filhos, apresentando número de filhos superior à média estadual. O diagnóstico da infecção foi realizado em gestação atual ou anterior em mais de 70,0% das vezes. Houve exposição sexual em 97,7% e, destas, o parceiro era sabidamente infectado em 59,6%. No período, dos casos adequadamente acompanhados, apenas um recém-nascido (0,7% contraiu a infecção pelo HIV. CONCLUSÕES: mulheres jovens em situação socioeconômica de vulnerabilidade, com baixa escolaridade e multíparas constituem a maioria da população de gestantes HIV-positivo atendidas no serviço. Avaliações realizadas durante o pré-natal foram relevantes para o diagnóstico da infecção na maioria dos casos. O diagnóstico precoce, associado ao adequado acompanhamento clínico, obstétrico, psicológico e cuidados de enfermagem, s

  1. Temporal trends of HIV-related risk behavior among brazilian military conscripts, 1997-2002 Tendências temporais de comportamento sexual de risco para infecção pelo HIV em conscritos brasileiros, 1997-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Landmann Szwarcwald

    2005-10-01

    Full Text Available PURPOSE: To present selected results of military conscript surveys related to HIV/AIDS, conducted in Brazil, 1997-2002. METHODS: Questionnaires including information on socio-demographic data, sexual behavior practices, sexually transmitted infections-related problems, and use of injecting drugs were completed by 30970 individuals, obtained through a 2-stage sampling. An index of sexual risk behavior was developed to take into account multiplicity of partners and irregularity of condom use. The HIV infection prevalence rate was estimated for 2002. Logistic regression was used to identify the most important determinants of HIV infection. RESULTS: The percentage of regular condom use increased from 38% (1997 to 49% (2002, and the index of sexual risk behavior decreased from 0.98 in 1997 to 0.87, in 2002. The HIV infection prevalence rate was 0.09%, in 2002, which remained unchanged since1998 Riskier sexual practices among young men with incomplete education and among "men who have sex with men" were found as well as among the participants who reported at least one sexually transmitted infections - related problem. The most important predictor of HIV infection was to be positive for syphilis. CONCLUSIONS: The estimated value of the HIV infection prevalence supports the diagnosis of a concentrated HIV epidemic, in Brazil. Results indicate that particular attention needs to be paid for regional differentials, and for special subgroups, in Brazil.OBJETIVO: Apresentar determinados resultados de levantamentos sobre HIV/AIDS em conscritos do Exército Brasileiro, conduzidos em 1997-2002. MÉTODOS: Aplicaram-se questionários em 30970 conscritos, selecionados segundo um esquema de amostragem em 2 estágios, para obter informações sobre comportamento sexual, problemas relacionados a infecções sexualmente transmitidas e uso de drogas injetáveis. Desenvolveu-se um índice de comportamento sexual de risco para contemplar multiplicidade de parceria sexual

  2. Apoio comportamental positivo: estratégias educacionais aplicadas a comportamentos-problema de alunos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karyne de Souza Augusto Rios

    Full Text Available Baseado no modelo de Apoio Comportamental Positivo o estudo objetivou identificar como 40 diretores de escolas de educação infantil descreviam o processo de elaboração, aplicação e avaliação de estratégias educativas para comportamentos-problema de alunos. Resultados do questionário apontaram que 77,5% dos diretores indicaram comportamentos-problema em seus alunos. As estratégias educativas mais utilizadas foram conversar com a criança (13,3% e conversar com pais (13,3%. A ação mais utilizada para a avaliação foi a observação da criança (27,6%. De forma geral, verificou-se que as estratégias utilizadas foram realizadas informal e assistematicamente. Aponta-se a necessidade de pesquisas sobre a inclusão de crianças com comportamentos-problema e o desafio de repensar a formação dos educadores.

  3. Síndrome metabólica e seus componentes em portadores do HIV Metabolic syndrome and its components in HIV-infected individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laiz Guedes Lauda

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de síndrome metabólica e seus componentes em indivíduos portadores do vírus HIV assistidos em um centro de tratamento especializado em um município do litoral de Santa Catarina. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 249 indivíduos (130 homens e 119 mulheres, com idades entre 18 e 73 anos. Para definir a síndrome metabólica, utilizaram-se os critérios do National Cholesterol Education Program, conforme recomendação da Sociedade Brasileira de Cardiologia. RESULTADOS: Dentre os avaliados, 20,9% tinham síndrome metabólica, sendo 18,5% dos homens e 23,5% das mulheres, sem associação estatística entre os sexos, sendo que 26,9% apresentavam dois dos componentes da síndrome. Os componentes de maior frequência foram aqueles relacionados ao perfil lipídico (HDL-colesterol inadequado e triglicerídeos elevados, seguidos pela medida da circunferência da cintura aumentada, alterações na pressão arterial e na glicemia de jejum. Encontrou-se associação estatisticamente significativa apenas para o sexo e a circunferência da cintura aumentada. CONCLUSÃO: A prevalência de síndrome metabólica encontrada no presente estudo possivelmente reflete a qualidade do serviço de saúde prestado. Destaca-se a importância da investigação da síndrome metabólica em populações infectadas pelo HIV, contribuindo, assim, para sua maior sobrevida.OBJECTIVE: To assess the prevalence of metabolic syndrome and its components in HIV infected individuals assisted in a specialized health center in a municipality in the state of Santa Catarina, Brazil. METHODS: Cross-sectional study comprising 249 individuals (130 men and 119 women, aged 18 to 73 years. Metabolic syndrome was defined according to the National Cholesterol Education Program, as recommended by the Brazilian Society of Cardiology. RESULTS: Among the individuals who participated in the study, 20.9% had metabolic syndrome - 18.5% of the men and 23.5% of the

  4. Central obesity and dietary intake in HIV/AIDS patients Obesidade abdominal e consumo alimentar em portadores de HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Constante Jaime

    2006-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the association between dietary intake and central obesity among people living with HIV/AIDS and receiving highly active antiretroviral therapy. METHODS: A cross-sectional study was conducted involving 223 adult individuals in the city of São Paulo city in 2002. The study population was classified according to central obesity, defined as waist-to-hip ratio >0.95 for men and >0.85 for women. The dietary variables studied were energy consumption (in calories and calories/kilo of body weight, macronutrients (in grams and % of energy intake, total fiber (grams and fruit and vegetables intake (grams. The potential confounders examined were sex, skin color, age, schooling, income, body mass index, physical activity, smoking habits, peripheral CD4+ T lymphocyte count and length of protease inhibitor use. The multiple logistic regression model was performed in order to evaluate the association between central obesity and dietary intake. RESULTS: The prevalence of central obesity was 45.7% and it was associated with greater consumption of lipids: for every increase of 10g of lipid intake the odds of central obesity increased 1.28 times. Carbohydrate consumption showed negative association (OR=0.93 with central obesity after adjustment for control variables. CONCLUSIONS: The results suggest that the amount of carbohydrates and lipids in the diet, regardless of total energy intake, may modify the chance of developing central obesity in the studied population. Nutritional interventions may be beneficial for preventing central obesity among HIV/AIDS patients.OBJETIVO: Avaliar a associação entre consumo alimentar e presença de obesidade abdominal em indivíduos infectados pelo HIV/Aids, em uso de terapia antiretroviral de alta potência. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal envolvendo 223 indivíduos adultos, realizado no município de São Paulo, em 2002. A população de estudo foi classificada de acordo com a obesidade

  5. Comportamentos de risco ao HIV em utilizadores de heroína em um distrito português: estudo qualitativo HIV risk behaviors in heroin users in a Portuguese district: a qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Fabiane Machado Gomes Marsden

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Explorar relatos de utilizadores de heroína sobre seus comportamentos de risco para transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV no distrito de Vila Real, Portugal, já que a heroína é a droga predominante no que se refere ao uso problemático de drogas em Portugal, e 48% de todas as notificações de infecção por HIV no país são associadas à dependência de drogas. MÉTODO: Utilizadores de heroína recebendo tratamento ambulatorial para dependência em clínica pública foram selecionados aleatoriamente e convidados a participar do estudo. A coleta de dados foi realizada através de entrevista qualitativa semiestruturada, desenvolvida para explorar os relatos dos participantes sobre seu comportamento de risco associado ao uso de heroína. RESULTADOS: Vinte e cinco entrevistas foram realizadas. A idade média foi de 32 anos, e 92% eram homens. Os participantes relataram um tempo médio de uso de heroína de 14,7 anos, e 64% deles mencionaram uso diário da droga. Dois terços relataram uso de heroína e 16% referiram uso intravenoso da droga nos 30 dias anteriores à entrevista. 75% referiram compartilhamento de seringas ou parafernália de injeção. Front-loading ou back-loading foram técnicas comuns e não reconhecidas como comportamento de risco. 84% referiram ter sido testados anteriormente para o HIV. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de melhores programas de prevenção ao HIV para este grupo de risco é essencial através do uso de informações sobre movimentos demográficos e padrões de comportamento de utilizadores de heroína, abordando seus comportamentos de risco nas práticas sexuais e no compartilhamento de parafernália de injeção.OBJECTIVE: To explore heroin users' accounts of risk behavior in relation to the transmission of human immunodeficiency virus (HIV in the district of Vila Real, northern Portugal, since heroin is the predominant drug in problematic drug use in Portugal and 48% of the total

  6. Dificuldade sexual vivenciada por mulheres em crise de HIV-1 La dificultad sexual vivida por mujeres en crisis de HIV-1 Sexual problems experienced by women in an HIV-1 crisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Rúbia Ignácio de Freitas

    2000-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa de caráter descritivo insere-se nos pressupostos dos métodos qualitativos de investigação, sendo fundamentada pela Teoria da Crise preconizada por CAPLAN (1966. Teve como objetivo identificar as dificuldades sexuais vivenciadas por mulheres em crise de HIV-1. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada, gravada segundo FREITAS et al. (1992 e analisados segundo MEIHY (1996. Concluímos que as mulheres mantiveram o desequilíbrio, apresentando mecanismos de enfrentamento negativo. Acreditamos que é possível ajudá-las através de ações de enfermagem adequadas tais como atividades educativas, de orientação mas principalmente aquelas dirigidas para atender as necessidades apresentadas pela pessoa em crise de HIV-1.Esta investigación de carácter descriptivo se inserta en los presupuestos de los métodos cualitativos de investigación, y se base en la teoría de la crisis defendida por CAPLAN (1966. Tuvo como objetivo identificar las dificultades sexuales vividas por las mujeres en crisis de HIV-1. Los datos fueron recolectados a través de una entrevista semi-estructurada, grabada según FREITAS et. al. (1992 y analizados según MEIHY (1996. Concluimos que las mujeres mantuvieron el desequilibrio, presentando mecanismos de enfrentamiento negativo. Creemos que es posible ayudarlas a través de acciones de enfermería adecuadas tales como actividades educativas, de orientación y principalmente aquellas dirigidas para la atención de las necesidades presentadas por la persona en crisis de HIV-1.This descriptive study was based on the assumptions of qualitative investigation methods and on the Crisis Theory formulated by CAPLAN (1966. The objective of the study was to identify the sexual problems experienced by women undergoing an HIV-1 crisis. Data were collected through a semi-structured interview recorded by the method of FREITAS et al. (1992 and analyzed by the method of MEIHY (1996. Authors concluded

  7. Detecção de HPV na mucosa oral e genital pela técnica PCR em mulheres com diagnóstico histopatológico positivo para HPV genital HPV detection in the oral and genital mucosa of women with positive histopathological exam for genital HPV, by means of the PCR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Therezita M. Peixoto Patury Galvão Castro

    2009-04-01

    Full Text Available A infecção do papilomavírus humano (HPV é uma das mais freqüentes doenças sexualmente transmissíveis em todo o mundo. A relação entre o HPV genital e oral permanece incerta, assim como o seu papel na carcinogênese oral. O objetivo deste estudo foi verificar a presença do DNA do HPV na mucosa oral e genital de mulheres com infecção genital por HPV, pela técnica de reação em cadeia de polimerase (PCR. FORMA DE ESTUDO: Coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Trata-se de um estudo piloto, prospectivo, com 30 mulheres, idade de 14 a 51 anos, portadoras de infecção genital por HPV confirmada pelo exame de histopatológico. Todas as pacientes foram submetidas a exame e coleta por raspagem da cavidade oral e genital para pesquisa do DNA do HPV pela técnica PCR. RESULTADOS: Nenhuma das amostras da cavidade oral foi positiva para HPV, enquanto no genital, o HPV foi detectado em 17 (57% das 30 pacientes, principalmente o HPV 6b e 16. CONCLUSÃO: Os resultados mostraram maior porcentagem do HPV genital em relação à cavidade oral, e sugerem que o HPV genital não parece ser fator predisponente para a infecção oral no mesmo paciente.Infection by the Human Papilloma Virus (HPV is one of the most frequent sexually transmitted diseases all over the world. The relationship between oral and genital HPV remains uncertain, as it is with its role on oral carcinogenesis. The goal of the present investigation was to check for the presence of HPV DNA in the oral and genital mucosas of women with HPV genital infection, using the polymerase chain reaction (PCR. STUDY METHOD: Cross-sectional cohort. MATERIALS AND METHODS: this is a pilot and prospective study involving 30 women, aged between 14 and 51 years, with HPV genital infection, confirmed by histopathology. All the patients were submitted to the exam and sample collection by swabbing the oral and genital mucosas in order to test for HPV DNA through the PCR technique. RESULTS: none of the oral

  8. Candidíase em pacientes aidéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O.P. Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Trinta e cinco aidéticos entre 19 e 55 anos admitidos e tratados de candidíase no Hospital Emílio Ribas, SP, com ELISA positivo para HIV e confirmado pelo Western Blot. Tuberculose em 9 sendo 2 com pericardite; neurotoxoplasmose em 6; neurocriptococose em 5; herpes labial em 4; pneumocistose em 3 e sarcoma de Kaposi em 2, achavam-se associadas. A concentração inibitória mínima 50% (MIC 50% para os azoles foi: ketoconazol= 2,2 µg/ml; itraconazol- 21,0 µg/ml; fluconazol = 19,0 µg/ml. O MIC 50% para ospolienos: nistatina- 50,0 µg/ml; anfotericina B= 0,12 µg/ml e para 5 fluorcitosina= 1,6 µg/ml nas 35 amostras de Candida isoladas. Testes não paramétricos de Siegel revelaram significante identificação (80% das Candida albicans na candidíase, e que a dose de AMB não modificou o número de óbitos, precoce e tardio, ocorridos nesses aidéticos. O uso prévio dos azoles e da nistatina explicaria, talvez, o elevado MIC 50% observado nas amostras de Candida isoladas.

  9. El diagnóstico positivo de autismo infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juana Velázquez Argota

    1996-08-01

    Full Text Available Se revisan los límites del síndrome autístico y la evolución del concepto de autismo infantil desde Kanner hasta las clasificaciones psiquiátricas más recientes. Se informan los resultados de nuestras investigaciones en el diagnóstico positivo del autismo infantil. La anamnesis remota es de poco valor, más relevantes para el diagnóstico constituyen el examen del paciente en el presente y las escalas de cuantificación del autismo (las cuales son de utilidad en el diagnóstico diferencial entre el trastorno autístico tipo Kanner y los trastornos autísticos atípicos. Las pruebas de inteligencia standard se deben aplicar según el nivel de funcionamiento del paciente y si no clasificara es más bien por el bajo cociente de inteligencia que por su comportamiento autístico. El clínico debería tener presente la posibilidad del diagnóstico de autismo cuando examina niños pequeños con problemas de desarrollo y utilizar escalas de síntomas autísticos adecuados a los primeros años de vida. Se recomienda el uso de la prueba de Bo Olsson en el diagnóstico diferencial de autismo de Kanner, síndrome de Rett y daño cerebral temprano en la etapa preescolar.The limits of the austistic syndrome as well as the evolution of the infantile autism concept since Kanner to the latest psychiatric classifications are reviewed. The results of our research on the positive diagnosis of infantile autism are reported. The patient's medical examination and the autism quantification scales (useful for the diferential diagnosis between the Kanner type autistic disorder and the atypical autistic disorders are more important for the diagnosis than the remote anamnesis, which is of little value. The standard intelligence test should be applied according to the patients functioning level and if he would not classify it would be because of his low intelligence quotient and not because of his autistic behaviour. The clinician should take into account the

  10. Síndrome da lipodistrofia e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral de alta potência

    OpenAIRE

    Werner,Maria L. F.; Pone,Marcos V. da S.; Fonseca,Vânia M.; Chaves,Célia R. M. de M.

    2010-01-01

    OBJETIVO: Descrever o perfil lipídico, alterações da conformação corporal e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS, tratados com terapia antirretroviral de alta potência. MÉTODOS: Foram estudadas 43 crianças e adolescentes em uso dessa terapia atendidas no ambulatório de doenças infecciosas em Pediatria do Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro (RJ). Foram realizadas dosagens de colesterol total, lipoproteína de alta d...

  11. Integração de informação e reativação da memória: impacto positivo de uma intervenção cognitivo-motora em bebês Information integration and memory reactivation: the positive effects of a cognitive-motor intervention in babies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Skilhan de Almeida

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os efeitos de uma intervenção cognitivo-motora na integração de informação e reativação da memória de bebês. MÉTODOS: Participaram do estudo 40 bebês de seis a oito meses de idade, nascidos a termo e matriculados em creches, permanecendo nelas sete horas por dia com relação educador/bebê de 1/6, provenientes de famílias numerosas e de baixa renda que não participavam de programas interventivos. Uma intervenção cognitivo-motora foi propiciada ao Grupo Interventivo com atividades de perseguição visual, manipulação de brinquedo e controle postural. Para o Grupo Controle, nenhuma intervenção foi propiciada. As atividades da rotina da creche foram mantidas para os dois grupos. Três atividades de manipulação foram avaliadas no início do programa, um mês depois (retenção e três dias após a retenção. Para a análise dos dados, foram utilizados o teste do qui-quadrado com correção de Yates, o teste exato de Fisher e o de Cochran. RESULTADOS: O Grupo Interventivo demonstrou desempenho significativamente superior ao Grupo Controle em evocar informações da memória na retenção e pós-retenção em duas atividades. Mudanças significativas e positivas também foram observadas para o Grupo Interventivo no fator tempo. Os bebês mais velhos do Grupo Interventivo demonstraram melhor capacidade de evocar informação em relação aos mais jovens. Essa tendência não foi observada para o Grupo Controle. CONCLUSÕES: Para potencializar o desenvolvimento global de bebês, as intervenções deveriam ser organizadas implementando tarefas diversificadas com intervalos de aprendizagem apropriados, os quais levem em consideração a capacidade dos bebês de manterem a informação e integrarem essa informação a novos desafiosOBJECTIVE: To investigate the effects of a cognitive-motor intervention in the information integration and memory reactivation of babies. METHODS: The participants were 40 babies

  12. Mutações de resistência em gestantes infectadas pelo HIV: uma revisão da literatura = Resistance mutations in HIV-infected pregnant women: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pimenta, Ana Teresa Mancini

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo desta revisão foi buscar na literatura dados sobre a prevalência de mutações de resistência do HIV aos antirretrovirais em gestantes infectadas pelo vírus. Materiais e Métodos: A busca e seleção de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed, Scielo e Biblioteca Virtual em Saúde sem delimitação de data. Os termos utilizados na busca foram: pregnancy, HIV e drug resistance. Resultados: Foram encontrados 47 estudos relacionados ao assunto, realizados em 26 países, publicados no período de 1998 a 2014. A prevalência de resistência transmitida variou de zero a 18% enquanto a resistência adquirida variou de zero a 50% em amostras coletadas entre 1989 e 2013. Conclusão: Generalizar os resultados é inviável devido às diferentes características dos estudos. No entanto, o monitoramento contínuo da resistência do HIV aos antirretrovirais em cada localidade é essencial

  13. Síndrome metabólica como fator de risco para o desenvolvimento de lipodistrofia em infectados por HIV e AIDS

    OpenAIRE

    Sérgio Ramos de Araújo, Paulo

    2011-01-01

    Objetivos: Estudo prospectivo foi conduzido de 2007 a 2010 para identificar fatores de risco para síndrome metabólica e a associação entre síndrome metabólica e o desenvolvimento de lipodistrofia em infectados por HIV e AIDS em dois centros de referência em Recife, Pernambuco. Métodos: Síndrome metabólica foi definida pelos critérios do National Cholesterol Education Program in Adult Treatment Panel III e lipodistrofia através de auto-relato empregando questionário padronizado e já utiliza...

  14. Estudo da função auditiva em indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos à terapia antirretroviral

    OpenAIRE

    Quidicomo, Simone; Matas, Carla Gentile

    2013-01-01

    OBJETIVO: Caracterizar as manifestações audiológicas em indivíduos com HIV/AIDS (Vírus da Imunodeficiência Humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) submetidos e não submetidos à terapia antirretroviral. MÉTODOS: A avaliação audiológica foi realizada em 28 indivíduos do Grupo Pesquisa I (GPI) com HIV/AIDS, submetidos à terapia antirretroviral; 24 indivíduos do Grupo Pesquisa II (GPII) com HIV/AIDS, não submetidos à terapia antirretroviral e 45 indivíduos saudáveis do Grupo Controle (GC)....

  15. Ocurrence of Vibrio spp., positive coagulase staphylococci and enteric bacteria in oysters (Crassostrea gigas harvested in the south bay of Santa Catarina island, Brazil Ocorrência de Vibrio spp., estafilococos coagulase positivo e bactérias entéricas em ostras (Crassostrea gigas cultivadas na baía sul da ilha de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Juliano Ramos

    2012-09-01

    Full Text Available The aim of this study was to assess the contamination of oysters (Crassostrea gigas, harvested in six different regions of the South Bay of Santa Catarina Island, with Coliforms at 45 ºC, Escherichia coli, Vibrio spp., positive coagulase staphylococci, and Salmonella sp. over a period of one year. One hundred eighty oyster samples were collected directly from their culture sites and analyzed. Each sample consisted of a pool of 12 oysters. All of the samples analyzed showed absence of Salmonella, 18 (10% samples showed presence of Escherichia coli, 15 (8.3% samples were positive for V. alginolyticus, and Vibriocholerae was detected in 4 samples (2.2%. The counts of positive-coagulase staphylococci varied from O objetivo deste estudo foi avaliar a contaminação de ostras (Crassostrea gigas cultivadas em diferentes regiões da Baía Sul da Ilha de Santa Catarina, por coliformes a 45 ºC, Escherichia coli, Vibrio spp. Estafilococos coagulase positiva e Salmonella sp., durante o período de um ano. Foram analisadas 180 amostras, coletadas diretamente no local de cultivo. Todas as amostras analisadas apresentaram ausência de Salmonella, 18 (10% amostras apresentaram presença de Escherichia coli, 15 (8,3% amostras positivas para Vibrio alginolyticus e V. cholerae foi detectado em 4 amostras (2,2%. As contagens de Estafilococos coagulase positiva variaram de <10 a 1,9 x 102 UFC.g-1, enquanto que as contagens de coliformes a 45 ºC e E. coli variaram de <3 a 1,5 x 102 NMP.g-1 e <3 e 4,3 x 10 NMP.g-1, respectivamente. As contagens de V. parahaemolyticus e V. vulnificus variaram de <3 a 7 NMP.g-1, para ambos os microrganismos, sugerindo um monitoramento tanto destas espécies quanto da temperatura das águas marinhas nas regiões de cultivo. Com base nos resultados das análises microbiológicas, as amostras analisadas mostraram qualidade bacteriológica aceitável, ou seja, dentro dos parâmetros estabelecidos na legislação brasileira.

  16. Infecção pelo HIV entre gestantes atendidas nos centros de testagem e aconselhamento em Aids HIV infection among pregnant women attended in testing and counseling centers for AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio José Costa Cardoso

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência do HIV e identificar comportamentos sexuais de risco para a infecção em gestantes que realizaram rotina da assistência pré-natal. MÉTODOS: Estudo transversal com base em registros de atendimentos de 8.002 gestantes (25% do total dos municípios residentes em 27 municípios da Região Sul do Brasil, em 2003, que realizaram testes anti-HIV em Centro de Testagem e Aconselhamento que realizavam pré-natal. Foram coletadas informações sociodemográficas e comportamentais, além dos resultados de testes para sífilis e HIV, nas consultas de aconselhamento individual registradas em banco de dados do Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento. Foram excluídas da base de dados as gestantes que buscaram os Centros para confirmação de sorologia anterior e aquelas encaminhadas ao serviço por apresentarem sintomas de Aids. RESULTADOS: Do total de gestantes estudadas, 0,5% (IC 95%=0,3-0,6 foram positivas para o HIV. A única variável associada com a soropositividade para o HIV foi o nível de escolaridade. A maioria das gestantes se expôs basicamente por meio de relações sexuais sem preservativos com o parceiro único com quem mantinham relação estável. As gestantes mais jovens, solteiras, desempregadas e de menor escolaridade constituíram o grupo de maior exposição. CONCLUSÕES: O Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento revelou-se útil à vigilância epidemiológica da infecção pelo HIV e dos comportamentos de risco no segmento de gestantes e pode vir a sê-lo em relação a outras populações.OBJECTIVE: To estimate HIV prevalence and identify high-risk sexual behavior for infection in pregnant women who were given prenatal assistance. METHODS: Cross-sectional study based on attendance records of 8,002 pregnant women (25% of all municipalities who lived in 27 municipalities in Southern Brazil in 2003 and had anti-HIV tests done in a testing and

  17. Escore de cálcio na avaliação da aterosclerose em pacientes com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Soares Monteiro

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A terapia antirretroviral aumentou drasticamente a expectativa de vida em pacientes com HIV/AIDS, embora a aterosclerose esteja associada a uma terapia de longo prazo. OBJETIVO: Investigar a prevalência de aterosclerose em pacientes com AIDS submetidos à terapia antirretroviral e a influência de tratamentos de diferentes regimes e durações. MÉTODOS: Pacientes com HIV/AIDS foram abordados durante consultas de rotina. Aqueles que estiveram em terapia antirretroviral por, pelo menos, dois anos tiveram o sangue coletado para análise do perfil lipídico e da glicemia em jejum e foram submetidos à tomografia computadorizada cardíaca para quantificação do escore de cálcio dentro de seis dias, no máximo. A aterosclerose foi definida como escore de cálcio maior que zero (CAC > 0. Fatores de risco tradicionais, síndrome metabólica e o escore de Framingham foram analisados. RESULTADOS: Cinquenta e três pacientes realizaram tomografia computadorizada cardíaca: 50,94% eram do sexo masculino, com idade média de 43,4 anos; 20% tinham hipertensão; 3,77% tinham diabetes; 67,92% tinham hipercolesterolemia; 37,74% tinham hipertrigliceridemia; 47,17% tinham HDL baixo; 24,53% atenderam aos critérios para síndrome metabólica; 96,23% foram classificados no escore de Framingham como "baixo risco"; e 18,87% eram tabagistas. A duração média do tratamento antirretroviral foi de 58,98 meses. A aterosclerose coronária ocorreu em 11 pacientes (20,75%. A duração da terapia antirretroviral não se relacionou à aterosclerose (p = 0,41, e não houve diferenças significativas entre os diferentes esquemas antirretrovirais (p = 0,71. Entre os fatores de risco tradicionais, o tabagismo (OR = 27,20; p = 0,023 e a idade (OR = 20,59; p = 0,033 foram significativos na presença de aterosclerose. Havia tendência para uma associação positiva da aterosclerose com a hipercolesterolemia (OR = 8,30; p = 0,0668. CONCLUSÃO: Os fatores associados

  18. Prevalência de HIV em gestantes e transmissão vertical segundo perfil socioeconômico, Vitória, ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Barbosa Cerqueira Vieira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência de infecção por HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical, segundo o perfil socioeconômico dos bairros de residência das mães. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório utilizando a base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação de gestantes HIV-positivas e aids em crianças notificadas entre 2000 e 2006 em Vitória, ES. Para análise das informações socioeconômicas foi utilizado o Índice de Qualidade Urbana. A prevalência de HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical foram calculadas. A distribuição espacial dos casos foi realizada no programa Terraview 3.2.0. Para verificar a associação entre a qualidade urbana e a prevalência de HIV em gestantes utilizou-se o modelo de regressão de Poisson. RESULTADOS: Um total de 137 gestantes e 14 crianças infectadas por transmissão vertical foi notificado no período. Sete crianças correspondiam a mães HIV-positivas sem notificação de caso no período analisado. A prevalência de infecção em gestantes no período foi de 0,44% e a taxa de transmissão vertical foi de 9,7%. CONCLUSÕES: A prevalência de infecção por HIV em gestantes e a transmissão vertical associam-se à qualidade urbana do bairro de residência, indicando que os bairros com menor qualidade urbana devem ser priorizados quanto às ações para redução da transmissão vertical.

  19. Depressão, estresse e alexitimia em pacientes com infecção pelo vírus HIV = Depression, stress and alexitimy in patients with infection by the HIV virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica da Silveira Leite

    2007-01-01

    Full Text Available Durante o curso da infecção pelo HIV, é comum a depressão; um alto nível de estresse pode derivar em uma menor competência imunitária. Alexitimia é uma reação "estado" para os efeitos de doenças físicas sérias. Este trabalho teve como objetivo avaliar níveis de depressão, estresse e alexitimia em pacientes portadores de HIV correlacionandoosao nível de células TCD4+ e ocorrência de infecções oportunistas. Foram selecionados 50 pacientes portadores de HIV. Escalas para avaliação dos níveis de depressão, estresse e alexitimia foram aplicadas. Houve depressão leve em 48% dos pacientes, moderada (28% egrave (4%. São alexitimicos 82%. Apresentaram sintomas físicos e psicológicos do estresse 78%. Pacientes com taxa de linfócitos TCD4During the course of the infection by HIV, depression is common. A high stress level can result in a smaller imunitary competence. Alexitimy is a reaction "state" for the effects of serious physical diseases. This work aimed to evaluate the depression levels, stress and alexitemy in patients infected with HIV. Fifty patients were selected. Depression, stress and alexitemy were evaluated. The application of scales showed low depression in 48% of patients, moderate in 28% and serious in 4%. 82% are alexitemics and 78%presented physical and psychological symptoms of stress. Patients with TCD4 linfocites tax <200/mm3 presented a higher percentual of depression, stress and alexitemy. It was observed a higher incidence of opportunist infections in the patients with depression, whatever the linfocites T CD4+ tax was. These results suggest relation among depression, stress, alexitemy and higher infection by HIV.

  20. Crianças vivendo com HIV e Casas de Apoio em São Paulo: cultura, experiências e contexto domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Ernesto Abadia-Barrero

    2002-08-01

    Full Text Available Este artigo, baseado em pesquisa na área da Antropologia Médica, pretende analisar alguns fatores culturais que influem no desenvolvimento de crianças e adolescentes vivendo com HIV em casas de apoio. Existem semelhanças e diferenças nos padrões de criação de cada instituição e, em conseqüência, no desenvolvimento individual e social das crianças e adolescentes. Uma semelhança marcante é que a melhora na qualidade de vida e o aumento da sobrevida (com muitos virando adolescentes parece ter-se convertido em um problema para os adultos que cuidam deles. Minha intenção é explicar como este problema deve-se, em grande parte, às idéias e ao imaginário do que a criança com Aids no Brasil representa. Essas idéias são culturalmente construídas e estão em sincronia com as categorias e discussões modernas sobre criança, desenvolvimento e respostas sociais moralmente aceitáveis. O desenvolvimento de crianças e adolescentes vivendo com HIV/Aids questiona as ditas categorias ameaçando, inclusive, os padrões de criação estabelecidos pelos adultos e as estruturas das instituições.

  1. Crianças vivendo com HIV e Casas de Apoio em São Paulo: cultura, experiências e contexto domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Ernesto Abadia-Barrero

    Full Text Available Este artigo, baseado em pesquisa na área da Antropologia Médica, pretende analisar alguns fatores culturais que influem no desenvolvimento de crianças e adolescentes vivendo com HIV em casas de apoio. Existem semelhanças e diferenças nos padrões de criação de cada instituição e, em conseqüência, no desenvolvimento individual e social das crianças e adolescentes. Uma semelhança marcante é que a melhora na qualidade de vida e o aumento da sobrevida (com muitos virando adolescentes parece ter-se convertido em um problema para os adultos que cuidam deles. Minha intenção é explicar como este problema deve-se, em grande parte, às idéias e ao imaginário do que a criança com Aids no Brasil representa. Essas idéias são culturalmente construídas e estão em sincronia com as categorias e discussões modernas sobre criança, desenvolvimento e respostas sociais moralmente aceitáveis. O desenvolvimento de crianças e adolescentes vivendo com HIV/Aids questiona as ditas categorias ameaçando, inclusive, os padrões de criação estabelecidos pelos adultos e as estruturas das instituições.

  2. EmERGE project: Evaluating mHealth technology in HIV to improve Empowerment and healthcare utilisation

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Chausa, P.; Gomez, A.J.; Apers, L.; Henwood, F.; Mandalia, S.; Wallitt, E.; Leon, A.; Begovac, J.; Borges, M.; Brown, A.; Block, K.; Glaysher, B.; Whetham, J.

    2016-07-01

    The EmERGE project (http://www.emergeproject.eu/) will develop a mHealth platform to enable self-management of HIV in patients with stable disease. The platform will build upon and integrate the existing mHealth solutions operated by pioneering healthcare providers in the UK and Spain and apply a rigorous co-design approach to ensure patient and clinician input to the solution. The platform will provide users with web based (clinicians) and mobile device applications (patients) which interface securely with relevant medical data and facilitate remote access to key healthcare providers. EATG, the leading European HIV patient organisation, will provide a direct and deep interaction with representative patients and clinicians from 5 EU countries. The platform and interfaces will be validated in a large study of 3900 patients using a tailored Health Technology Assessment process: the Model for Assessment of Telemedicine applications, specifically developed for the assessment of mHealth solutions including translatability as a key factor. (Author)

  3. Estudo da reatividade vascular em portadores de HIV com e sem uso de inibidor de protease Estudio de la reactividad vascular en portadores de VIH con y sin uso de inhibidor de proteasa Study of vascular reactivity in HIV patients whether or not receiving protease inhibitor

    OpenAIRE

    Hamilton Nenrod Pereira Teixeira; Evandro Tinoco Mesquita; Mário Luiz Ribeiro; Anna Ricordi Bazin; Cláudio Tinoco Mesquita; Manuel Pereira Teixeira; Rafael da Cunha Pellegrini; Antonio Claudio Lucas da Nóbrega

    2009-01-01

    FUNDAMENTO: Considerando o alto número de pacientes infectados por HIV em uso de antirretrovirais, evoluindo com alteração da função endotelial e aterotrombose, levando ao alto custo médico social, é importante identificar mecanismos fisiopatológicos envolvidos com a função endotelial em portadores de HIV, para que, precocemente, possamos intervir e evitar a progressão da doença. OBJETIVO: Avaliar a função endotelial pela vasodilatação endotélio dependente e independente em pacientes HIV posi...

  4. Controle de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1: relato de caso Recurrent polyhydramnios management in an HIV-1 infected pregnant woman: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Duarte

    2004-04-01

    Full Text Available A redução da transmissão vertical (TV do vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1 utilizando a profilaxia com a zidovudina (AZT representa significativo avanço na assistência pré-natal e obstétrica destas pacientes. Condutas obstétricas invasivas são contra-indicadas em gestantes portadoras do HIV-1, em face do risco de aumento da taxa de TV deste vírus. Os autores relatam um caso de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1, que exigiu drenagem por amniocentese. Foram realizadas quatro punções ao longo da gestação, na 23ª, 26ª, 27ª e 29ª semanas, todas guiadas por ultra-sonografia, drenando, respectivamente, 1.800, 1.450, 1.700 e 1.960 mL de líquido amniótico claro em cada punção. Com 30 semanas e 5 dias de gestação a paciente apresentou trabalho de parto pré-termo, evoluindo para parto vaginal de recém-nato (RN pesando 1.690 g e medindo 43 cm. O RN evoluiu com diagnóstico de nefropatia perdedora de sódio, tendo três aferições de reação em cadeia de polimerase para HIV-1 negativas. Os autores ilustram uma opção no manejo de situações que envolvam gestantes portadoras do HIV-1 que necessitem de procedimentos obstétricos invasivos, utilizando AZT endovenoso (2 mg/kg previamente ao procedimento, medida que apresentou excelente resultado no caso descrito, evitando a infecção perinatal pelo HIV-1.The reduction of mother-to-child transmission (MTCT of the HIV-1 using zidovudine (ZDV represents a cornerstone in the prenatal and obstetrical care to these patients. The invasive fetal and obstetric procedures are proscribed in HIV-1 infected pregnant patients, to avoid the increased risk of MTCT of this virus. The authors present a case of an HIV-1 infected woman with recurrent polyhydramnios. Four ultrasound-guided amniotic punctures were performed in the 23rd, 26th, 27th and 29th weeks of gestation, each one draining the respective volumes of 1,800, 1,450, 1,700 and 1,960 ml of clear amniotic

  5. Dislipidemia em pacientes HIV/AIDS em uso de anti-retrovirais num hospital universitário, Rio de Janeiro, Brasil Dyslipidemia in HIV/AIDS patients in antiretroviral therapy in a university hospital, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lidia Farhi

    2008-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O uso contínuo da terapêutica anti-retroviral (TARV está associado à ocorrência de diversos distúrbios metabólicos. OBJETIVO: O principal objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de dislipidemia em pacientes com vírus da imunodeficiência humana/síndrome de imunodeficiência adquirida (HIV/AIDS atendidos no ambulatório de doenças infecciosas do Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (HUPE/UERJ. MATERIAL E MÉTODOS: No período de 1/10/2004 a 30/5/2005, os participantes do estudo responderam a uma entrevista sobre dados demográficos e relativos à saúde. Após a entrevista foram verificadas as seguintes medidas: peso, altura, cintura e quadril. Foi coletado sangue para realização de dosagem plasmática de colesterol total (CT, colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-C e triglicerídeos (TG. Dos 268 pacientes que compareceram à consulta no período de estudo, 23 não se apresentaram para a coleta de sangue e 10 não quiseram participar. O modelo de regressão de Poisson foi empregado para encontrar variáveis associadas à dislipidemia. RESULTADOS: Foram incluídos 235 pacientes, dos quais 182 (77,5% tinham dislipidemia; houve prevalência maior no sexo masculino (69,8% do que no feminino (30,2%; e 26,9% tinham antecedentes familiares de dislipidemia contra 15,1% sem este antecedente. Para o tempo de uso de TARV, tanto a média quanto a mediana foram maiores no grupo de pacientes com dislipidemia. CONCLUSÃO: Em nosso estudo, a prevalência de dislipidemia em portadores de HIV/AIDS foi alta (77,5% e foram identificados sexo masculino, história familiar de dislipidemia e tempo de uso de TARV como fatores associados.BACKGROUND: The continuous use of antiretroviral therapy (ART is associated with several metabolic disturbances. OBJECTIVES: The main objective of this study was to determine the prevalence of dyslipidemia in human immunodeficiency virus

  6. Áreas de vulnerabilidade para co-infecção HIV-aids/TB em Ribeirão Preto, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugênia Firmino Brunello

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar áreas de vulnerabilidade para os casos novos de co-infecção HIV/tuberculose (TB. MÉTODOS: Estudo descritivo ecológico realizado por meio do georreferenciamento dos casos novos de HIV/TB notificados em Ribeirão Preto, SP, em 2006. Os dados foram obtidos do sistema de informação estadual paulista de notificação de TB. Os casos novos de co-infecção HIV/TB foram analisados conforme características sociodemográficas e clínicas e, posteriormente, georreferenciados na base cartográfica do município segundo endereço residencial. Os setores do município foram categorizados em três níveis socioeconômicos: inferior, intermediário e superior, com base na análise de componentes principais das variáveis do censo demográfico de 2000 (renda, instrução e percentagem de domicílios com cinco ou mais moradores. Foi calculada a incidência da co-infecção HIV/TB para cada nível socioeconômico. RESULTADOS: A co-infecção HIV/TB acometeu mais adultos do sexo masculino em idade economicamente ativa e a forma pulmonar da TB foi a mais comum. A distribuição espacial mostrou que as incidências nas áreas com níveis socioeconômicos intermediários e inferiores (8,3 e 11,5 casos por 100 mil habitantes, respectivamente foram superiores àquela (4,8 casos por 100 mil habitantes de nível socioeconômico superior. CONCLUSÕES: A taxa de incidência de co-infecção HIV/TB analisada por níveis socioeconômicos mostrou padraÞo espacial de distribuiçaÞo não homogêneo e apresentou valores mais altos em áreas de maior vulnerabilidade social. O estudo diagnosticou aìreas geograìficas prioritaìrias para o controle da co-infecção e a tecnologia do sistema de informação geográfica pode ser empregada no planejamento das ações em saúde pelos gestores municipais.

  7. Maternidade e projetos vitais em jovens infectadas com HIV por transmissão vertical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Eid

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo relata una investigación cualitativa con el objetivode analizar a través de entrevistas narrativas, autobiográficas, cómo los jóvenes VIH positivos,infectadas con trasmisión vertical, construyen sus proyectos de vida y sobretodo de maternidad. Elanálisis de las entrevistas se basó teóricamente en Análisis Crítico del Discurso (ACD. Emergierondos ejes de discusión: Proyecto Vital y Maternidad. Las narrativas apuntan hacia una construcciónde proyecto vital basadas en cuatro elementos complementarios: estudio, trabajo, conyugalidad yfuturo. El eje discursivo Maternidad, se comprehende a través de seis elementos clave: la maternidad,embarazo planeado y no planeado, parto y puerperio, la lactancia, El VIH versus hijo(a sano(a yculpa y responsabilidad. Factores particulares, como prejuicio, aspiraciones y miedos, atraviesan lacotidianidad de quien vive con VIH/Sida. Las participantes perciben que la sociedad no las consideraaptas para crear una familia y luchar por sus proyectos de vida.

  8. Maternidade e projetos vitais em jovens infectadas com HIV por transmissão vertical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Eid, Brasil

    2015-07-01

    Full Text Available (analítico Este artículo relata una investigación cualitativa con el objetivo de analizar a través de entrevistas narrativas, autobiográficas, cómo los jóvenes VIH positivos, infectadas con trasmisión vertical, construyen sus proyectos de vida y sobretodo de maternidad. El análisis de las entrevistas se basó teóricamente en Análisis Crítico del Discurso (ACD. Emergieron dos ejes de discusión: Proyecto Vital y Maternidad. Las narrativas apuntan hacia una construcción de proyecto vital basadas en cuatro elementos complementarios: estudio, trabajo, conyugalidad y futuro. El eje discursivo Maternidad, se comprehende a través de seis elementos clave: la maternidad, embarazo planeado y no planeado, parto y puerperio, la lactancia, El VIH versus hijo(a sano(a y culpa y responsabilidad. Factores particulares, como prejuicio, aspiraciones y miedos, atraviesan la cotidianidad de quien vive con VIH/Sida. Las participantes perciben que la sociedad no las considera aptas para crear una familia y luchar por sus proyectos de vida.

  9. HIV prevalence and risk factors in a Brazilian penitentiary Prevalência e fatores de risco para a infecção pelo HIV em penitenciária brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Harnoldo Colares Coelho

    2007-09-01

    Full Text Available HIV infection among prison inmates shows one of the highest prevalence rates for specific population subgroups, reaching as high as 17% in Brazil and elsewhere in the world. The present study aimed to estimate HIV antibody prevalence and risk factors for infection in male inmates at the Ribeirão Preto Penitentiary, São Paulo State, Brazil, from May to August 2003. Using simple random sampling, 333 participants were selected, answered a standardized questionnaire, and had blood samples collected. Enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA and indirect immunofluorescence were used for HIV serological diagnosis. Overall HIV prevalence among inmates was 5.7% (95%CI: 3.2-8.2. All variables associated with HIV antibodies in the univariate analysis were submitted to unconditional multivariate logistic regression. Independent predictors of HIV infection were: total prison sentence less than five years and sharing needles and syringes.A infecção pelo HIV em presidiários alcança uma das maiores prevalências entre subgrupos populacionais específicos, com taxas de até 17%, já tendo sido descritas no Brasil e no mundo. Esta pesquisa objetivou estimar a prevalência do marcador do HIV e fatores de risco para essa infecção na população masculina carcerária da Penitenciária de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, no período de maio a agosto de 2003. Do total de 1.030 presidiários, foram sorteados 333 participantes por amostragem aleatória simples, os quais foram submetidos à aplicação de um questionário padronizado e coleta de sangue. Para diagnóstico sorológico do HIV foi utilizado o ensaio imunoenzimático (ELISA e reação de imunofluorescência indireta. A prevalência global do HIV nos presidiários foi de 5,7% (IC95%: 3,2-8,2. Todas as variáveis que mostraram associação com presença do anti-HIV, por meio de análise univariada, foram submetidas a modelo multivariado de regressão logística não condicional. As variáveis que se

  10. Terapia nutricional nas alterações metabólicas em pessoas vivendo com HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianne Falco

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o efeito do tratamento nutricional sobre as alterações metabólicas provocadas pelo uso da terapia antirretroviral em adultos vivendo com HIV/aids. MÉTODOS: Revisão sistemática de literatura no PubMed, Lilacs e Cochrane, entre 1996 e 2010, do tipo ensaio clínico, controlado, randomizado, crossover, adultos, vivendo com HIV/aids em uso de terapia antirretroviral e sem doenças oportunistas. A intervenção de interesse foi suplementação nutricional via oral e/ou mudança de estilo de vida por tratamento dietoterápico específico: dislipidemia, resistência insulínica, lipodistrofia e hipertensão arterial sistêmica. A escala de Jadad foi utilizada para classificação qualitativa dos artigos. RESULTADOS: Foram localizados 385 artigos e sete foram incluídos. As intervenções utilizadas nesses estudos foram: dieta, dieta mais exercício físico, dieta mais suplemento e somente suplementos. Dislipidemia foi desfecho avaliado em todos os estudos. Os estudos que avaliaram suplementação com ômega 3 encontraram redução significativa dos triglicérides. Dieta específica mais suplementação de ômega 3 mostrou aumento de HDL-colesterol. Suplementação com nicotinato de cromo não teve efeito sobre a dislipidemia. Modificação de estilo de vida, incluindo dieta e atividade física, reduziu significativamente a circunferência da cintura, lipodistrofia e pressão arterial sistólica. CONCLUSÕES: A redução de triglicérides pela suplementação com ômega 3 foi a intervenção nutricional com maiores evidências científicas. A prescrição de dieta específica parece ser a intervenção mais adequada para aumentar HDL-colesterol. Não é possível fazer inferências sobre o tratamento nutricional do colesterol total, LDL-colesterol e resistência insulínica. Modificações no estilo de vida podem promover melhora da lipodistrofia e pressão arterial.

  11. Perfil de resistência de "M. tuberculosis" isolados de pacientes portadores do HIV/AIDS atendidos em um hospital de referência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GOMES CID

    2000-01-01

    Full Text Available Estudo realizado em 117 pacientes infectados pelo HIV, internados em um hospital de referência, no período de um ano, compreendido entre 1/10/95 a 30/9/96. Todos os pacientes tinham idade igual ou superior a 15 anos e se submeteram à coleta de escarro para pesquisa de BAAR, por indicação clínica. Todas as 117 amostras coletadas foram submetidas à baciloscopia, 116 à cultura (ocorreu contaminação em uma amostra e teste de sensibilidade em todas as 39 cepas isoladas. As cepas foram avaliadas pelos testes de PNB e TCH e em seguida encaminhadas a um centro de referência laboratorial para tipificação da espécie. A baciloscopia foi positiva em 34,2% (40/117 das amostras. Entre as 39 cepas isoladas, três não pertenciam ao complexo M. tuberculosis (M. avium intracelulare em duas e não identificada em uma. A taxa de resistência atribuída ao M. tuberculosis isoladamente foi de 13,90% (5/36. Não foi encontrada resistência atribuída a uma única droga e a combinação responsável pela maior taxa de resistência foi a de rifampicina com isoniazida. A resistência primária e secundária foi, respectivamente, de 20% (4/20 e de 9,1% (1/10. Entre os aspectos sociodemográficos e clínicos, a resistência às drogas esteve significativamente associada apenas a maior número de internações prévias (p < 0,03. Esses dados sugerem uma possível transmissão intra-hospitalar de cepas multirresistentes entre pacientes infectados pelo HIV.

  12. Correlation between HIV and HCV in Brazilian prisoners: evidence for parenteral transmission inside prison Correlação entre HIV e HCV em prisioneiros brasileiros: evidência de transmissão parenteral no encarceramento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MN Burattini

    2000-10-01

    Full Text Available OBJECTIVE: It is an accepted fact that confinement conditions increase the risk of some infections related to sexual and/or injecting drugs practices. Mathematical techniques were applied to estimate time-dependent incidence densities of HIV infection among inmates. METHODS: A total of 631 prisoners from a Brazilian prison with 4,900 inmates at that time were interviewed and their blood drawn. Risky behavior for HIV infection was analyzed, and serological tests for HIV, hepatitis C and syphilis were performed, intended as surrogates for parenteral and sexual HIV transmission, respectively. Mathematical techniques were used to estimate the incidence density ratio, as related to the time of imprisonment. RESULTS: Prevalence were: HIV -- 16%; HCV -- 34%; and syphilis -- 18%. The main risk behaviors related to HIV infection were HCV prevalence (OR=10.49 and the acknowledged use of injecting drugs (OR=3.36. Incidence density ratio derivation showed that the risk of acquiring HIV infection increases with the time of imprisonment, peaking around three years after incarceration. CONCLUSIONS: The correlation between HIV and HCV seroprevalence and the results of the mathematical analysis suggest that HIV transmission in this population is predominantly due to parenteral exposure by injecting drug, and that it increases with time of imprisonment.OBJETIVO: É um fato correntemente aceito que as condições de confinamento aumentam o risco de algumas infecções relacionadas às práticas sexuais e/ou ao uso de drogas injetáveis. Realizou-se estudo para estimar a densidade de incidência da infecção pelo HIV na população prisional com aplicação de técnicas matemáticas. MÉTODOS: Foram entrevistados em São Paulo, SP, 631 prisioneiros da maior prisão da América do Sul, que abrigava aproximadamente 4.900 presos na ocasião do estudo. Foi colhido sangue da população entrevistada, analisado o risco para a infecção pelo HIV e realizados testes

  13. Comunicação entre mãe HIV+ e filho à luz da tacêsica em ambiente natural e experimental Comunicación entre madre VIH+ e hijo a la luz de la kinésica en ambiente natural y experimental Communication between HIV+ mother and child in the light of kinesics in a natural and experimental environment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Teresinha Gimeniz Galvão

    2012-03-01

    Full Text Available A tacêsica é a forma de expressão da comunicação não verbal relacionada ao toque ou tato, desvelando-se como importante modo de expressão no relacionamento das mães com os bebês. Objetivou-se comparar a comunicação tacêsica entre mãe HIV positivo e seu filho, em ambiente natural e experimental, durante os cuidados maternos do banho e da troca. Filmagens dos cuidados foram realizadas nos dois ambientes e analisadas de forma descritiva por peritos em comunicação. Apesar das similaridades da utilização da tacêsica em ambiente natural e experimental, nos aspectos relativos à localização, intensidade e frequência do toque, a comunicação mediada pelo toque demonstrou ser executada de modo incipiente, sobretudo no ambiente natural. Assim incentiva-se orientar e motivar as mães para ampliar e incrementar os toques durante os cuidados com os filhos com vistas a estimular precocemente a ampliação do vínculo com seu filho e proporcionar o desenvolvimento cognitivo e relacional do bebê.La kinésica es la forma de expresión de comunicación noverbal relacionada al toque, desvelándose como importante modo de expresión en el relacionamiento de madres con bebés. La finalidad fue comparar comunicación kinésica entre madre VIH+ y su hijo, en ambiente natural y experimental, durante los cuidados maternos del baño y de la higiene. Filmaciones de los cuidados fueron efectuadas en los dos ambientes, seguidas por análisis descriptivo por expertos en comunicación. A pesar de las similitudes en la utilización de la kinésica en los dos ambientes, en los aspectos de localización, intensidad y frecuencia del toque, la comunicación mediada por el toque mostró ser ejecutada de forma incipiente, sobretodo en el ambiente natural. Se estimula orientar y motivar las madres para ampliar e incrementar los toques durante los cuidados con los hijos para estimular precozmente la expansión del vínculo con su hijo y proveer el desarrollo

  14. Fatores de proteção relacionados à promoção de resiliência em pessoas que vivem com HIV/AIDS Protective factors and resilience in people living with HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Torres de Carvalho

    2007-09-01

    Full Text Available Este artigo busca, com base na revisão da literatura, articular o conceito de resiliência com questões da realidade de vida de pessoas portadoras de HIV/AIDS. Em especial, será enfatizada a análise dos fatores de proteção tradicionalmente descritos como promotores de resiliência (características individuais e rede de apoio social e afetiva. Os estudos revisados revelam que existem importantes fatores de proteção, que contribuem para a saúde e bem-estar dos portadores de HIV/AIDS, entre eles o enfrentamento cognitivo e a aceitação da infecção; a participação da família no tratamento e como fonte de apoio afetivo; o papel das organizações governamentais e não-governamentais e a religiosidade. Acredita-se que a compreensão da resiliência como uma "capacidade do ser humano de superar adversidades" é essencial ao entendimento da infecção e tratamento de pacientes com HIV/AIDS. Isso contribui para acabar com o estigma e preconceito em relação à doença e aos seus portadores. Essa perspectiva desmistifica a questão de que bem-estar e qualidade de vida são estados contraditórios à vida das pessoas infectadas, além de contribuir para a elaboração de novas perspectivas de prevenção e tratamento da infecção por HIV/AIDS.The aim of this theoretical review was to articulate the resilience concept with key aspects in the lives of people living with HIV/AIDS. We emphasize the analysis of protective factors traditionally related to resilience (personal characteristics and social and affective support networks. The reviewed studies show important protective factors that contribute to the health and well-being of people with HIV/AIDS, such as cognitive coping and acceptance of their HIV status, family participation in treatment and family support, the role of governmental and nongovernmental institutions, and religious beliefs. The concept of resilience defined as a dynamic process that allows human beings to overcome

  15. X-ray and EM structures of a natively glycosylated HIV-1 envelope trimer.

    Science.gov (United States)

    Gristick, Harry B; Wang, Haoqing; Bjorkman, Pamela J

    2017-10-01

    The structural and biochemical characterization of broadly neutralizing anti-HIV-1 antibodies (bNAbs) has been essential in guiding the design of potential vaccines to prevent infection by HIV-1. While these studies have revealed critical mechanisms by which bNAbs recognize and/or accommodate N-glycans on the trimeric envelope glycoprotein (Env), they have been limited to the visualization of high-mannose glycan forms only, since heterogeneity introduced from the presence of complex glycans makes it difficult to obtain high-resolution structures. 3.5 and 3.9 Å resolution crystal structures of the HIV-1 Env trimer with fully processed and native glycosylation were solved, revealing a glycan shield of high-mannose and complex-type N-glycans that were used to define the complete epitopes of two bNAbs. Here, the refinement of the N-glycans in the crystal structures is discussed and comparisons are made with glycan densities in glycosylated Env structures derived by single-particle cryo-electron microscopy.

  16. Níveis de atividade física e alterações metabólicas em pessoas vivendo com HIV/AIDS Levels of physical activity and metabolic alterations in people living with HIV /AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayder Lucas Hotts Romancini

    2012-12-01

    Full Text Available Com a introdução da highly active antiretroviral therapy (HAART - terapia antirretroviral fortemente ativa - o curso da infecção pelo HIV sofreu profundas modificações; ocorreu aumento da sobrevida e melhora na qualidade de vida, com restauração parcial do sistema imune. Após cerca de 10 anos do uso da HAART, começaram a aparecer os efeitos da combinação tratamento/vírus. Estes incluem alterações no metabolismo dos lipídios com hipertrigliceridemia, hipercolesterolemia, resistência insulínica, hiperglicemia e redistribuição da gordura corporal que são fatores de risco para doença cardiovascular. Estudos observacionais em pessoas vivendo com HIV/AIDS mostram que o indivíduo, ao se descobrir portador da doença, acaba sentindo medo ou vergonha, reduzindo o círculo social, atividades de trabalho e lazer, e se isolando em casa ou em pequenos grupos os quais tenham em comum a identidade de portadores HIV/AIDS. O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre o nível de atividade física habitual e de lazer de pessoas vivendo com HIV/AIDS e sua relação com alterações metabólicas. Os pacientes foram classificados em sedentários e ativos, utilizando o questionário de atividade física habitual proposto por Baecke e validado para pacientes HIV/AIDS. Para classificação utilizou-se as recomendações do Colégio Americano de Medicina do Esporte. O metabolismo foi avaliado por meio das dosagens de glicemia de jejum, colesterol total, HDL-colesterol, LDL-colesterol e triglicérides, utilizando-se kits comerciais. A amostra foi composta por 65 pacientes HIV que utilizavam terapia HAART há pelo menos cinco anos. Foram classificados 64,6% como sedentários e 35,4% ativos. O estudo mostra uma relação direta entre nível de atividade física e melhores níveis de HDL-colesterol em pacientes HIV/AIDS. O HDL-colesterol é uma lipoproteína de proteção cardiovascular e, embora outros parâmetros avaliados não tenham

  17. Medicalização dos desvios de comportamento na infância: aspectos positivos e negativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Stolf Brzozowski

    Full Text Available A medicalização dos comportamentos desviantes na infância é apresentada como uma estratégia eficaz para lidar com crianças que apresentam algum tipo de dificuldade, sem que, no entanto, as dificuldades desse processo sejam claramente expostas. O processo de medicalização, porém, é complexo e apresenta muitos resultados negativos. Dentro desse contexto, nosso objetivo é refletir sobre essas dificuldades. Primeiramente, apresentamos como se dá a relação entre medicalização e infâcia. Em seguida, discutimos alguns aspectos considerados positivos e negativos da medicalização. Para finalizar, consideramos que enquadrar uma criança em um diagnóstico psiquiátrico apresenta sérias consequências indesejáveis, e acaba sendo mais útil para a sociedade e para o entorno da criança do que para a própria criança.

  18. Coinfection of Epstein-Barr virus, cytomegalovirus, herpes simplex virus, human papillomavirus and anal intraepithelial neoplasia in HIV patients in Amazon, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Gonçalves Daumas Pinheiro Guimarães

    2012-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The prevention of anal cancer is a goal of worldwide Aids support centers. Despite the efforts that have been made and progress in the antiretroviral therapy, effective disease control remains elusive. Difficulty in preventing anal cancer may result from the ineffectiveness of highly active antiretroviral therapy on the human papillomavirus (HPV since the coinfection with HIV and HPV appears to increase the risk of HPV-infected cells, becoming cancerous. METHODS: We evaluated 69 HIV-positive and 30 HIV-negative male patients who underwent cytological evaluation by RT-PCR for the presence of HPV, Epstein-Barr virus, cytomegalovirus and herpes virus types (HSV 1 and 2, and histopathology analysis of the anal canal. RESULTS: The prevalence of anal intraepithelial neoplasia was 35% and it was restricted to HIV-positive patients. Patients infected with high-risk HPV and with fewer than 50 TCD4 cells/µL showed an anal intraepithelial neoplasia rate of 85.7% compared to those with TCD4 cells >200 cells/µL (pOBJETIVO: A prevenção do câncer anal tem sido aplicada pelos centros de apoio a pacientes com Aids em todo o mundo. Apesar dos esforços empregados, o eficaz controle da doença permanece distante. A dificuldade na prevenção do câncer anal pode resultar, em parte, da ineficácia da ação da terapia antirretroviral sobre o papilomavírus humano (HPV, pois a coinfecção com HIV e HPV parece aumentar o risco das células infectadas pelo HPV em tornarem-se cancerosas. MÉTODOS: Foram avaliados 69 HIV-positivos e 30 pacientes HIV-negativos do sexo masculino, que foram submetidos à avaliação citológica anal por real time-PCR para a presença de HPV, vírus Epstein-Barr, citomegalovírus e herpes vírus tipos (HSV 1 e 2 além da análise histopatológica de fragmento de mucosa do canal anal. RESULTADOS: A prevalência de neoplasia intraepitelial anal foi de 35% e foi restrita a pacientes HIV-positivos. Os pacientes infectados com o

  19. Manifestações orais em pacientes com AIDS em uma população brasileira Oral manifestations in HIV - infected patients in a Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lélia Batista de SOUZA

    2000-03-01

    Full Text Available Foram analisados l00 pacientes HIV+/AIDS no Hospital Giselda Trigueiro - Natal/RN, Brasil no período de l996-97 quanto a presença de manifestações orais nestes pacientes. Setenta e quatro pacientes eram do sexo masculino e 26 do feminino. A idade média dos pacientes do sexo masculino foi 40 anos, variando de 24 a 67 anos e no feminino 29,8 anos variando de 17 a 48 anos. As manifestações orais mais freqüentes foram candidíase (homens - 79,7%; mulheres - 80,7%, gengivite e periodontite (homens - 79,7%; mulheres - 73,0%, leucoplasia pilosa (homens - 6,7%; mulheres - 3,8%, herpes labial (homens - 5,4%; mulheres - 7,6%, sarcoma de Kaposi (homens - 6,7%.Verificou-se que 62,2% dos homens eram homo- ou bissexuais e 100% das mulheres eram heterossexuais. Nossos resultados revelam semelhanças com outros trabalhos realizados em pacientes de outras regiões do mundo.One hundred HIV+/AIDS Brazilian patients (74 men and 26 women were examined in the Giselda Trigueiro Hospital, in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil in the period from l996 to 1997. The men’s mean age was 40 years, ranging from 24 to 67 years and the women’s was 29.8 years, ranging from 17 to 48 years. One or more oral findings were observed in theses patients. The most common oral lesions were candidiasis (men - 97.2%; women - 80.7%, gingivitis and periodontitis (men - 79.7%; women - 7.3%, hairy leukoplakia (men - 6.7%; women - 3.8%, herpes simplex (men - 5.4%; women - 2.7%, and Kaposi’s sarcoma (men - 6.7%. From the men, 62.1% were homo-/bisexual, and 100% of the women were heterosexual.

  20. Implantes en pacientes VIH positivo. A propósito de tres casos

    OpenAIRE

    Ferrús-Torres, E.; Piñera Penalva, Manuel; Berini Aytés, Leonardo; Gay Escoda, Cosme

    2008-01-01

    El aumento de la calidad y la esperanza de vida de los pacientes VIH-positivo, ha hecho que la solicitud de tratamiento estético dental se haya incrementado significativamente en estos pacientes, considerándose actualmente las prótesis implantosoportadas como una opción terapéutica válida. Se presentan 3 pacientes varones, VIH-positivo que acudieron a nuestro Servicio de Implantología Bucofacial, para valorar una posible rehabilitación implantosoportada. La evolución clínica de los pacientes ...

  1. Diagnosis of cytomegalovirus infections by qualitative and quantitative PCR in HIV infected patients Diagnóstico de infecção por CMV em pacientes infectados pelo HIV utilizando PCR qualitativa e quantitativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo de Albuquerque CUNHA

    2002-01-01

    serem quantificados. Contagem de linfócitos T CD4, carga viral do HIV e sintomas de doença citomegálica foram correlacionados com carga de CMV. O genoma de CMV foi detectado nos leucócitos do sangue periférico em 82 de um total de 237 (34% pacientes, em 10 destes a carga de CMV foi detectada variando de 928 a 332880 cópias virais/mig de DNA. Nenhum destes 237 pacientes desenvolveu manifestação clínica sugestiva de doença pelo citomegalovírus. Para outro grupo de 10 pacientes infectados pelo HIV e selecionados com base na suspeita de doença pelo CMV, o genoma do CMV foi detectado em apenas um caso. Este paciente apresentava alta carga de CMV (8 000 000 de cópias virais/mig de DNA, desenvolvendo forma disseminada de doença pelo CMV o que incluiu hepatite e retinite. Nossos resultados foram fortemente influenciados pelo impacto da terapia antiretroviral que reduziu a incidência da viremia por CMV, bem como a ocorrência de doença citomegálica em pacientes infectados pelo HIV.

  2. Vulnerabilidade de adolescentes afrodescencentes e brancos em relação ao HIV/Aids

    OpenAIRE

    Camargo, Brigido Vizeu; Giacomozzi, Andréia Isabel; Wachelke, João Fernando Rech; Aguiar, Adriana de

    2010-01-01

    Trata-se de um estudo quantitativo e comparativo entre adolescentes brancos e afrodescendentes sobre vulnerabilidade ao HIV/Aids. A amostra não é randômica e foi formada por 715 estudantes do ensino público noturno de escola de periferia de Santa Catarina. O instrumento utilizado foi um questionário autoadministrado com questões fechadas. Foram analisadas cinco dimensões: afetiva e sexual, conhecimento sobre Aids, atitude, risco e percepção de risco e conduta protetora. Verificou-se que 73,8%...

  3. Contingência e direito positivo: o paradoxo do direito na modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisse Costa de Queiroz

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo apresentaraos leitores uma reflexão téorico-socialdo positivismo jurídico como paradigmaou matriz teórica que condiciona e interferenas construções científicas sobre o sistemajurídico na modernidade. Tal empenhotem como ponto de partida a consideraçãoque o direito positivo diferencia-se e estrutura-se na modernidade com um sistema quepretende dar conta da extrema contingênciade uma sociedade complexa como a sociedademoderna. Para tanto há a necessidade deadministrar e “controlar” a contingência domundo dos fatos e isso faz com que o direitoneutralize tal complexidade dentro do própriosistema. Essa diferenciação (evoluçãodo direito reflete-se nas teorias sobre o direito,culminando numa ruptura drástica daciência do direito ou da dogmática jurídicacom fundamentos valorativos para o direito.Contudo, essa tentativa também gera um paradoxo, qual seja: a normatização da vida(seleção, leva, necessariamente, à exclusãode outras possibilidades. Tento em vista ateoria sociológica luhmmaniana e à guisa deconclusões fechadas, tenta-se discutir esseparadoxo do direito moderno.This paper aims on presenting atheoretical-social reflection on legalpositivism as a paradigm through atheoretical matrix that restricts and interfereson scientific productions about the legalsystem in modern times. Such pledge beginsconsidering that the positive rights differand are structured on modernity, with asystem that aims on solving the extremecontingency of a complex society as themodern one. So, it is important to manageand “control” the world of fact contingencyand this helps law to neutralize suchcomplexity inside the own system. Thisevolution at law reflects on theories aboutlaw, ending in a drastic break of law scienceor legal doctrinaire full of valuable principlesfor law. However, this attempt also producesa paradox, which is: the ruling of life(selection leads, necessarily, to exclusion ofother

  4. Active replication of hepatitis B virus (HBV in HIV type 1 and in HIV type 2 infected patients Replicação ativa do vírus da hepatite B (HBV em doentes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV de tipo 1 ou de tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.F. Barros

    1996-08-01

    Full Text Available To evaluate the effect of concurrent infection by HIV on HBV infection or immunity, we have studied a group of 66 HIV1+ symptomatic Caucasian patients and another of 38 African HIV2+ asymptomatic individuals, concerning their HBV status: serological markers of infection and presence of HBV-DNA in serum, the last taken as sign of hepatitis B virus active replication, were monitored. HIV+ groups were compared with seronegative controls, adequately matched for age, sex and ethnological background. HBV DNA was found in 7.6% of HIV1+ Caucasian patients and 3.2% of seronegative controls; in African HIV2+ individuals 2.6% were also HBV DNA+, a percentage close to that found in HIV2 seronegative controls (2.9%. No correlation was found between HIV infection and HBV active replication. Immunodepression that follows HIV infection over time may be compatible with a degree of T cell function capable of avoiding reinfection with or reactivation of HBV, even in symptomatic stages of acquired immunodeficiency syndrome. Our findings are relevant to the choice of preventive strategies in populations at risk for HIV and HBV infection.A fim de avaliar as conseqüências da infecção por HIV no curso da infecção por HBV, ou na imunidade anteriormente adquirida, estudamos um grupo de 66 doentes Caucasóides HIV1+ sintomáticos e outro de 38 indivíduos seropositivos para HIV2 e provenientes da África, quanto a marcadores serológicos de infecção por HBV e quanto à presença de DNA viral circulante, tomada como sinal de replicação ativa do vírus da hepatite. Os grupos HIV+ foram comparados com controles seronegativos adequados tendo-se verificado que 7.6% dos doentes HIV1+ eram também HBV-DNA+ (versus 3.2% nos seronegativos bem como 2.6% dos HIV2+ (versus 2.9% nos controles seronegativos, não sendo as diferenças estatisticamente significativas em qualquer um dos casos e não tendo sido encontrada correlação entre infecção por HIV e replicação ativa

  5. Leptospirose em doentes com anticorpos anti-HIV: relato de dois casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Vinícius da Silva

    1990-12-01

    Full Text Available Relata-se a concomitância de leptospirose e síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA em humanos. Nestes casos não foram observados aspectos clínicos diferentes que possam ser atribuídos à simultaneidade dessas patologias.Two patients with concomitant leptospirosis and the acquired immunodeficiency syndrome (AIDS are reported. In these cases different clinical aspects that can be attributed to simultaneity of these pathologies was not observed.

  6. Níveis de atividade física e alterações metabólicas em pessoas vivendo com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayder Lucas Hotts Romancini

    2012-12-01

    Full Text Available Com a introdução da highly active antiretroviral therapy (HAART - terapia antirretroviral fortemente ativa - o curso da infecção pelo HIV sofreu profundas modificações; ocorreu aumento da sobrevida e melhora na qualidade de vida, com restauração parcial do sistema imune. Após cerca de 10 anos do uso da HAART, começaram a aparecer os efeitos da combinação tratamento/vírus. Estes incluem alterações no metabolismo dos lipídios com hipertrigliceridemia, hipercolesterolemia, resistência insulínica, hiperglicemia e redistribuição da gordura corporal que são fatores de risco para doença cardiovascular. Estudos observacionais em pessoas vivendo com HIV/AIDS mostram que o indivíduo, ao se descobrir portador da doença, acaba sentindo medo ou vergonha, reduzindo o círculo social, atividades de trabalho e lazer, e se isolando em casa ou em pequenos grupos os quais tenham em comum a identidade de portadores HIV/AIDS. O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre o nível de atividade física habitual e de lazer de pessoas vivendo com HIV/AIDS e sua relação com alterações metabólicas. Os pacientes foram classificados em sedentários e ativos, utilizando o questionário de atividade física habitual proposto por Baecke e validado para pacientes HIV/AIDS. Para classificação utilizou-se as recomendações do Colégio Americano de Medicina do Esporte. O metabolismo foi avaliado por meio das dosagens de glicemia de jejum, colesterol total, HDL-colesterol, LDL-colesterol e triglicérides, utilizando-se kits comerciais. A amostra foi composta por 65 pacientes HIV que utilizavam terapia HAART há pelo menos cinco anos. Foram classificados 64,6% como sedentários e 35,4% ativos. O estudo mostra uma relação direta entre nível de atividade física e melhores níveis de HDL-colesterol em pacientes HIV/AIDS. O HDL-colesterol é uma lipoproteína de proteção cardiovascular e, embora outros parâmetros avaliados não tenham

  7. Áreas de vulnerabilidade para co-infecção HIV-aids/TB em Ribeirão Preto, SP Áreas de vulnerabilidad para coinfección VIH-sida/TB en Ribeirao Preto, Sureste de Brasil Areas of vulnerability to HIV/TB co-infection in Southeastern Brazil

    OpenAIRE

    Maria Eugênia Firmino Brunello; Francisco Chiaravalloti Neto; Ricardo Alexandre Arcêncio; Rubia Laine de Paula Andrade; Gabriela Tavares Magnabosco; Tereza Cristina Scatena Villa

    2011-01-01

    OBJETIVO: Identificar áreas de vulnerabilidade para os casos novos de co-infecção HIV/tuberculose (TB). MÉTODOS: Estudo descritivo ecológico realizado por meio do georreferenciamento dos casos novos de HIV/TB notificados em Ribeirão Preto, SP, em 2006. Os dados foram obtidos do sistema de informação estadual paulista de notificação de TB. Os casos novos de co-infecção HIV/TB foram analisados conforme características sociodemográficas e clínicas e, posteriormente, georreferenciados na base car...

  8. Acesso universal? Obstáculos ao acesso, continuidade do uso e gênero em um serviço especializado em HIV/AIDS em Salvador, Bahia, Brasil Universal access? Obstacles to access, continuity of treatment, and gender issues at a specialized HIV/AIDS clinic in Salvador, Bahia State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Borges Nolasco Oliveira

    2009-01-01

    Full Text Available Desde 1996, o Brasil mantém políticas internacionalmente conhecidas como de acesso universal ao tratamento especializado em HIV/AIDS. Observa-se, que o impacto da iniciativa tem sido desigual entre diferentes populações e regiões brasileiras. Desde uma perspectiva de gênero, o estudo buscou avaliar o acesso a um serviço especializado em HIV/AIDS localizado em Salvador, Bahia, identificando fatores facilitadores e obstaculizadores ao acesso e continuidade do uso vivenciados por mulheres vivendo com HIV/AIDS. Foram realizadas observação participante e entrevistas semi e não estruturadas com 13 usuárias. Resultados indicaram que a organização das rotinas do serviço e as relações travadas entre usuários e entre eles e trabalhadores em saúde condicionavam-se por valores, concepções e práticas associados a gênero, classe e aparência. O acesso e continuidade do uso no Serviço de Atenção à AIDS de Salvador eram condicionados à disponibilidade de bens sociais e simbólicos; o serviço apresentava capacidade limitada de adequação às especificidades dos usuários. Os achados apontam para limitações da operacionalização das políticas de acesso universal; e reforçam a necessidade de estudos que considerem a noção de vulnerabilidade e regionalização da epidemia no Brasil.Since 1996, Brazil has implemented internationally acknowledged policies such as universal access to specialized treatment for HIV/AIDS. However, the initiative's impact has been unequal if one compares different population segments and regions of the country. Taking a gender perspective, the current study seeks to evaluate access to a specialized HIV/AIDS service in Salvador, Bahia, identifying facilitating factors and obstacles to access and continuity of care, as experienced by women living with HIV/AIDS. Participant observation and semi-structured and open-ended interviews with 13 women were used. The findings indicate that the organization of

  9. Scripts em cena: HIV e mercado sexual no contexto turístico Scripts en escena: HIV y mercado sexualen el contexto turístico Scripts in scene: HIV and sexual market in the context of tourism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Bellenzani

    2008-12-01

    Full Text Available A atividade turística tem impacto também na saúde das populações de comunidades anfitriãs. Com base em estudo etnográfico e em 14 entrevistas com monitores(as de turismo ambiental, o objetivo deste artigo é analisar como o cenário sexual no contexto do turismo e seus scripts sexuais constroem a vulnerabilidade de caiçaras às DSTs/HIV e ao mercado sexual. Scripts sexuais tradicionais operacionalizados num cenário de "curtição", "prazer", "desinibição sexual", evidenciaram desigualdades sociais entre caiçaras e turistas que ampliam a vulnerabilidade dos jovens às DSTs/HIV e à mercantilização de sua sexualidade. Os scripts sexuais femininos (passividade/ingenuidade dificultavam a negociação do preservativo nas cenas sexuais coletadas; os "mais pró-ativos" eram interpretados como disponibilidade para "programas". Os scripts "não negar fogo", "catar as turistas" também ampliavam a vulnerabilidade dos rapazes. O contexto turístico constrói um cenário sexual singular e atravessa as trajetórias socioafetivas dos moradores. Seu impacto deve ser considerado por políticas e programas de saúde locais.El turismo genera impactos socioculturales y también en la salud de las poblaciones de comunidades anfitrionas. Con base en observación etnográfica y 14 entrevistas con monitores (as del turismo ambiental el artículo analizará el escenario sexual y la operación de los scripts sexuales en la construcción de la vulnerabilidad de jóvenes nativos del lugar para con la(s ITS/SIDA y al mercado sexual. Scripts sexuales tradicionales empleados en el escenario de"diversión", "placer", "desinhibición sexual", evidenciaran desigualdades sexuales entre jóvenes nativos del lugar y turistas y amplían la vulnerabilidad a las ITS/SIDA y a la comercialización de su sexualidad. Los scripts sexuales femeninos (pasividad/ingenuidad dificultaron la negociación del condón en las escenas colectadas; los scripts "más autónomo" han

  10. Sexuality, vulnerability to HIV, and mental health: an ethnographic study of psychiatric institutions Sexualidade e vulnerabilidade ao HIV em saúde mental: um estudo de base etnográfica de instituições psiquiátricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana de Souza Pinto

    2007-09-01

    Full Text Available This paper presents data from the ethnographic based formative phase of the Interdisciplinary Project on Sexuality, Mental Health, and AIDS (PRISSMA, sponsored by the National Institute of Mental Health (NIMH and carried out in two psychiatric institutions in the city of Rio de Janeiro, Brazil. Results from ethnographic observations, focus groups, and key informant interviews with different groups of mental health care providers and day hospital and outpatient mental health clients regarding conceptions of sexuality and HIV vulnerability are described. The results suggest a diversity of notions about sexuality by both groups and point out the high HIV sexual risk in this psychiatric population. This formative phase has served as the basis for the cultural adaptation and creation of a Brazilian intervention for HIV prevention in the severely mentally ill, the feasibility of which has been successfully evaluated in the pilot phase.Este artigo apresenta dados da fase formativa, de base etnográfica, do Projeto Interdisciplinar em Sexualidade, Saúde Mental e AIDS (PRISSMA patrocinado pelo National Institute of Mental Health (NIMH e desenvolvido em duas instituições psiquiátricas da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. São descritos e discutidos os resultados obtidos nas observações etnográficas, grupos focais e entrevistas com informantes-chave realizados com diferentes grupos de profissionais de saúde mental e usuários de saúde mental do hospital-dia e/ou em tratamento ambulatorial, relativos às concepções de sexualidade e vulnerabilidade para o HIV. Os resultados sugerem uma diversidade de relatos e noções sobre o exercício da sexualidade por ambos os grupos e aponta para o alto risco sexual para o HIV nessa população psiquiátrica. Esta fase formativa embasou a adaptação cultural e a criação de uma intervenção brasileira para prevenção desse vírus em portadores de transtornos mentais graves cuja viabilidade foi avaliada

  11. Aspectos históricos do feminino e do maternal e a infecção pelo HIV em mulheres Historical aspects, maternity and HIV infection in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Torres de Carvalho

    2008-12-01

    Full Text Available O presente artigo teve por objetivo examinar aspectos históricos ligados ao feminino e ao maternal, buscando ampliar a compreensão sobre a maternidade no contexto da infecção pelo HIV/aids. Apresenta-se uma revisão do papel da mulher ao longo da história, demonstrando a dissociação histórica do feminino dividido entre a mãe, digna de respeito e consideração, e a prostituta, marginalizada e desrespeitada. Nesse contexto, discutem-se as doenças sexualmente transmissíveis e as reações sociais diante destas infecções em mulheres e, em especial, a questão da maternidade no contexto de HIV/aids. Destaca-se a presença de crenças sociais historicamente construídas a respeito dos comportamentos femininos como fatores que dificultam a efetiva prevenção de DST/HIV/aids em mulheres, o que indica a necessidade de reflexão quanto às estratégias de prevenção e assistência.The aim of this article was to examine historical aspects related to the feminine and to being a mother for deepening the comprehension of motherhood in the context of HIV/Aids infection. We reviewed the traditional role of the woman in society, showing the historical division between the mother, deserving respect and consideration, and the prostitute, marginalized and not worth of respect. In this context, we discuss the sexually transmitted diseases and the social reactions toward these infections in women, especially as refers to motherhood in the context of HIV/Aids infection. The paper emphasizes the presence of socially constructed beliefs about women's behaviors as a factor hampering an effective prevention of STD/HIV/AIDS in women and the great need for reflecting about the strategies for prevention and care.

  12. HIV-1 subtypes and mutations associated to antiretroviral drug resistance in human isolates from Central Brazil Subtipos e mutações associadas à resistência aos anti-retrovirais em isolados de HIV-1 do Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Marreco Cerqueira

    2004-09-01

    ência aos anti-retrovirais em isolados do HIV-1 de indivíduos infectados no Distrito Federal. Dezenove amostras de RNA do HIV-1 provenientes de um laboratório de Saúde Pública do Distrito Federal foram transcritas reversamente e os cDNAs obtidos foram amplificados por nested PCR. Um fragmento de 297 pb correspondente ao gene completo da protease e outro de 647 pb, correspondente à parte do gene da transcriptase reversa (códons 19 a 234, foram obtidos. O seqüenciamento automático e análise de homologia revelaram a presença de 17 subtipos B e 2 subtipos F1 do HIV-1. As seqüências de aminoácidos foram analisadas com relação à presença de mutações associadas à resistência. Um total de 6 mutações na PR, 2 primárias e 4 secundárias e 8 mutações relacionadas à resistência na RT foram encontradas. Nossos dados sugerem uma elevada prevalência do subtipo B do HIV-1 na população estudada do Distrito Federal, assim como a presença de variantes virais geneticamente resistentes em indivíduos que não respondem ao tratamento.

  13. Seroprevalence of HIV, HTLV-I/II and other perinatally-transmitted pathogens in Salvador, Bahia Soroprevalência do HIV, HTLV-I/II e outros patógenos de transmissão perinatal em Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jairo Ivo dos Santos

    1995-08-01

    Full Text Available Generation of epidemiological data on perinatally-transmitted infections is a fundamental tool for the formulation of health policies. In Brazil, this information is scarce, particularly in Northeast, the poorest region of the country. In order to gain some insights of the problem we studied the seroprevalence of some perinatally-transmitted infections in 1,024 low income pregnant women in Salvador, Bahia. The prevalences were as follow: HIV-1 (0.10%, HTLV-I/II (0.88%, T.cruzi (2.34%. T.pallidum (3.91%, rubella virus (77.44%. T.gondii IgM (2.87% and IgG (69.34%, HBs Ag (0.6% and anti-HBs (7.62%. Rubella virus and T.gondii IgG antibodies were present in more than two thirds of pregnant women but antibodies against other pathogens were present at much lower rates. We found that the prevalence of HTLV-I/II was nine times higher than that found for HIV-1. In some cases such as T.cruzi and hepatitis B infection there was a decrease in the prevalence over the years. On the other hand, there was an increase in the seroprevalence of T.gondii infection. Our data strongly recommend mandatory screening tests for HTLV-I/II, T.gondii (IgM, T.pallidum and rubella virus in prenatal routine for pregnant women in Salvador. Screening test for T.cruzi, hepatitis and HIV-1 is recommended whenever risk factors associated with these infections are suspected. However in areas with high prevalence for these infections, the mandatory screening test in prenatal care should be considered.A obtenção de dados epidemiológicos é de fundamental importância para o estabelecimento de políticas em Saúde Pública. No Brasil, essas informações são escassas, principalmente na região Nordeste. Para se obter alguns destes dados, avaliamos a soroprevalência de algumas infecções de transmissão perinatal, em cerca de 1024 gestantes de baixa renda, em Salvador, Bahia. Os resultados encontrados foram os seguintes: HIV-1 (0,10%, HTLV-I/II (0,88%, T.cruzi (2,34%, T.pallidum (3

  14. Perfil dos pacientes com hipertensão arterial incluídos em uma coorte com HIV/AIDS em Pernambuco, Brasil Profile of patients with hypertension included in a cohort with HIV/AIDS in the state of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanizio Roque de Arruda Júnior

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Hipertensão arterial sistêmica (HAS é fator de risco modificável, cujo controle pode reduzir doença cardiovascular nos pacientes com vírus da imunodeficiência adquirida (HIV. OBJETIVO: Estimar a prevalência de HAS e descrever as características dos pacientes com HAS e pré-hipertensão infectados pelo HIV/AIDS. MÉTODOS: Estudo seccional alinhado a uma coorte de pacientes com HIV/AIDS. Considerou-se hipertensão em níveis > 140/90 mmHg ou uso de anti-hipertensivos e pré-hipertensão em níveis > 120/80 mmHg. RESULTADOS: Dos 958 pacientes, 388 (40,5% eram normotensos, 325 (33,9% pré-hipertensos e 245 (25,6% hipertensos. Desses 245 pacientes, 172 (70,2% sabiam ser hipertensos e 36 (14,8% apresentavam pressão arterial controlada. Tiveram diagnóstico de HAS após o diagnóstico do HIV 62 pacientes (54,4%. Lipodistrofia ocorreu em 95 (46,1% dos pacientes, já sobrepeso/obesidade em 129 (52,7%. Utilização de antirretrovirais ocorreu em 184 (85,9%, 89 (41,6% com inibidores de protease (IP e 95 (44,4% sem IP. Utilizavam antivirais > 24 meses 74,7%. Idade, antecedentes familiares de hipertensão, circunferência abdominal, índice de massa corporal e triglicerídeos foram maiores entre pacientes hipertensos. Tempo de infecção pelo HIV, contagem de linfócitos CD4, carga viral, tempo e tipo de esquema antirretroviral foram semelhantes nos hipertensos e pré-hipertensos. CONCLUSÃO: A elevada frequência de hipertensos não controlados e de riscos cardiovasculares nos infectados pelo HIV apontam a necessidade de medidas preventivas e terapêuticas contra HAS nesse grupo.BACKGROUND: Hypertension (HBP is modifiable risk factor, whose control may reduce cardiovascular disease in patients with human immunodeficiency virus (HIV. OBJECTIVE: To estimate the prevalence of hypertension and describe the characteristics of patients with hypertension infected by HIV/AIDS. METHODS: A cross-sectional study aligned to a cohort of patients

  15. Paracoccidioidomicose em paciente coma infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: relato de necrópsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcus Aurelho de Lima

    1995-09-01

    Full Text Available Relata-se caso da associação paracoccidioidomicose - infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV em homem de 43 anos, em que se descreve, pela primeira vez, de modo detalhado, o quadro anatomopatológico da referida associação. Discutem-se a baixa freqüência desta associação, o comportamento, evolução e tratamento da paracoccidioidomicose em pacientes HIV positivos e chama-se a atenção para a importância da associação da infecção pelo HIV com as doenças tropicais mais comuns em nosso meio.This is a case report of the association of Paracoccidioidomycosis and Acquired Immunodeficieitcy Syndrome (AIDS occurring in a 43-year old male. This is, to the best of our knowledge, the first detailed pathological account of that association. Also discussed are the low rates of that association, its natural history and treatment results. It is emphasised the importance of the associations of AIDS and tropical infectious diseases in this country.

  16. Vulnerabilidade ao HIV/Aids de pessoas heterossexuais casadas ou em união estável Vulnerability to HIV/AIDS in married heterosexual people or people in a common-law marriage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Maia

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar conhecimentos, comportamentos preventivos e percepções em relação ao HIV/Aids de homens e mulheres heterossexuais casados ou em união consensual. MÉTODOS: Estudo exploratório realizado no Distrito Federal, entre 2001 e 2002. Foram entrevistados 200 homens e mulheres heterossexuais (18 e 49 anos em união civil ou estável, divididos em dois grupos: (I 50 casais abordados em locais públicos, e (II 100 usuários de Unidade Básica de Saúde, sendo 50 mulheres e 50 homens. O instrumento para coleta de dados consistiu de questionário semi-estruturado acerca de características demográficas, socioeconômicas e comportamentais dos entrevistados, com 38 perguntas, das quais duas eram abertas. RESULTADOS: A distribuição etária entre os grupos foi semelhante, contudo o grupo I apresentou maior escolaridade e renda, enquanto o grupo II mostrou menor conhecimento sobre as formas de transmissão do HIV. Uso de preservativo foi igualmente citado pelos grupos como uma das formas de prevenção, 14% dos entrevistados relataram seu uso regular no último ano. As principais justificativas para não usar o preservativo foram "confiança no companheiro" e "incompatibilidade com parceria sexual fixa". A percepção de risco à infecção foi mais freqüente entre as mulheres. CONCLUSÕES: A população estudada encontrava-se em situação de vulnerabilidade frente ao risco de contrair a doença, embora os entrevistados possuíssem conhecimento satisfatório sobre o HIV/Aids. Suas percepções conjugais refletiam sua aculturação sobre os papéis de gênero e hierarquização da relação efetivo-sexual, que podem colaborar para que os comportamentos preventivos sejam pouco adotados.OBJECTIVE: To study knowledge, preventive behavior, and perception regarding HIV/AIDS of heterosexual men and women that are married or in a common-law marriage. METHODS: Exploratory study carried out in the Federal District of Brazil, between 2001 and

  17. Prevalência ambulatorial em um hospital geral de marcadores para hepatites B e C em pacientes com infecção pelo vírus da imunodeficiência humana Ambulatorial prevalence of hepatitis B and C markers in patients with human immunodeficiency virus infection in a general hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Valle Tovo

    2006-06-01

    Full Text Available RACIONAL: Os vírus das hepatites B (VHB e C (VHC e da imunodeficiência humana (HIV utilizam a mesma rota de transmissão, sendo a prevalência de VHB e VHC em pacientes infectados pelo HIV maior do que aquela encontrada na população em geral. OBJETIVO: Determinar a prevalência de marcadores para hepatites B e C em uma população de pacientes com HIV, bem como os fatores de risco envolvidos. PACIENTES E MÉTODOS: Dentre os 5 870 prontuários de pacientes com HIV em acompanhamento no Serviço de Infectologia do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Porto Alegre, RS, foram aleatoriamente selecionados 587 prontuários. Destes, foram considerados para análise retrospectiva aqueles em que havia sido pesquisado algum marcador para hepatites B (HBsAg, anti-HBc ou anti-HBs ou C (anti-VHC, perfazendo o total de 343 pacientes. RESULTADOS: O HBsAg foi positivo em 14 de 306 (4,6% pacientes, anticorpo anti-HBs, em 40 de 154 (26,0% pacientes, e anti-HBc em 79 de 205 (38,5% pacientes. Dentre aqueles que realizaram anti-VHC, 126 de 330 (38,2% tinham-no positivo. Co-infecção por vírus B e C foi observada em 7 dentre os 296 pacientes que realizaram tanto o HBsAg, quanto o anti-VHC (2,4%. Dentre aqueles HBsAg positivos, a principal categoria de exposição foi o relacionamento homossexual masculino (50,0%. Dentre aqueles anti-VHC positivos, a principal categoria de exposição foi o uso de drogas ilícitas injetáveis (75,3%. Naqueles monoinfectados com HIV (185 pacientes, o fator de risco mais prevalente foi relacionamento heterossexual promíscuo ou com cônjuge infectado por HIV em 83 pacientes (44,9%. CONCLUSÃO: Em nosso meio, as co-infecções VHB-HIV e VHC-HIV são freqüentes, sendo observado maior impacto na associação do VHC com o HIV.BACKGROUND: Hepatitis B and C viruses and human immunodeficiency virus share the same route of transmission, and the prevalence of HBV and HCV infection in patients infected with HIV is greater than it is in the

  18. Lesão anal por papilomavírus humano em mulher vivendo com HIV/aids = Anal lesion caused by human papillomavirus in a woman living with HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diefenthäler, Vanessa Laís

    2017-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever um caso de lesão anal causada por infecção pelo papilomavírus humano em uma mulher vivendo com HIV/aids. DESCRIÇÃO DO CASO: Mulher de 35 anos, diagnosticada há cinco anos com HIV, relatou prurido e sangramento anal, dor ao defecar e visualização de pequenas verrugas na região perianal. Atendida em um serviço de atenção especializada, foi submetida a exame clínico com inspeção visual, o qual revelou condiloma na região perianal. O exame histopatológico confirmou a presença de displasia de grau moderado a acentuado associado a alterações compatíveis com infecção pelo papilomavírus humano. A paciente foi encaminhada para exérese da lesão. No início dos sintomas, a paciente ainda não fazia uso da terapia antirretroviral e apresentava a maior carga viral do HIV de seu histórico laboratorial, com 2. 951 cópias/ml. Também havia passado por estresse emocional e estava com infecções genitais recorrentes pelo vírus Herpes simplex. Esses fatores podem ter contribuído para o desenvolvimento do condiloma anal. CONCLUSÕES: A possibilidade de que a infecção pelo HIV possa alterar a história da infecção pelo HPV alerta para que nessas situações sejam adotadas estratégias rigorosas de rastreamento através do exame citológico, tanto do colo do útero como da região anal

  19. Avaliação clínica e micológica de onicomicose em pacientes brasileiros com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idalina Inês Fonsêca Nogueira Cambuim

    2011-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Onicomicoses são comuns em pacientes imunocomprometidos embora espécies emergentes tenham sido verificadas, modificado o perfil epidemiológico desta micose. Assim, o objetivo desta pesquisa é avaliar o perfil clínico e micológico da onicomicose em pacientes com infecção pelo HIV/AIDS. MÉTODOS: Amostras clínicas foram coletadas, processados para exame direto e a cultura mantida a temperatura de 30°C e 37ºC durante 15 dias. RESULTADOS: Dos 100 pacientes, 32 apresentavam onicomicose. Os agentes isolados foram Candida albicans, C. parapsilosis, C. tropicalis, C. guilliermondii, Trichophyton rubrum, T. mentagrophytes, Fusarium solani, Scytalidium hialinum, S. japonicum, Aspergillus niger, Cylindrocarpon destructans e Phialophora reptans. CONCLUSÕES: Onicomicoses em HIV/AIDS apresentam variadas manifestações clínicas e podem ser causadas por fungos emergentes. As peculiaridades apresentadas pelos diferentes agentes de origem fúngica justificam a necessidade de identificação ao nível da espécie, com a finalidade de orientar uma melhor abordagem terapêutica e minimizar a exposição desses pacientes a condições de risco de uma infecção disseminada.

  20. Adoecimento psíquico em mulheres portadoras do vírus HIV: um desafio para a clínica contemporânea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veras Joana Finkelstein

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo aprofundar o entendimento e promover a reflexão sobre o sofrimento psíquico de mulheres portadoras do vírus HIV. Tomei como base minha vivência inicial de estagiária e atual de profissional, atuando em instituições que atendem pacientes com problemas clínicos infectológicos, entre eles, a infecção pelo vírus HIV. Sustentei-me em textos psicanalíticos, em estudos recentes sobre a problemática da Aids e no significado da morte real e simbólica, considerando a representação social da epidemia e suas repercussões na subjetividade. Destaquei o adoecimento psíquico das pacientes, expresso através do sofrimento melancólico, cuja decorrência foi relacionada a aspectos inconscientes da sexualidade, trazidos à tona frente ao diagnóstico, à confrontação com o tema da morte e à forma de subjetivação da sociedade contemporânea.

  1. Avaliação do polimorfismo no gene da metilenotetrahidrofolato redutase e concentração de folato e vitamina B12 em pacientes portadores do HIV-1 em tratamento com anti-retrovirais Evaluation of the polymorphisms in methylenetetrahydrofolate reductase gene and the levels of folate and B12 in HIV-infected patients under antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iran Malavazi

    2004-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, investigamos concentração da vitamina B12 e folato, considerando-se a influência dos genótipos da metilenotetrahidrofolato redutase, o perfil imunológico e a terapia antiretroviral utilizada na população brasileira portadora do HIV. Um grupo de 86 indivíduos portadores do HIV-1 e 29 doadores de sangue foram recrutados para compor a casuística. Entre os infectados pelo HIV-1, observou-se menor concentração de B12 no grupo com maior número de linfócitos TCD4+. Não encontramos diferença na distribuição genotípica para as mutações MTHFR C677T e A1298C entre infectados e não infectados pelo HIV-1. Indivíduos portadores do HIV, genótipo C677C, apresentaram concentrações menores de B12 em relação ao grupo controle de mesmo genótipo. A terapia antiretroviral não mostrou qualquer influência nos valores de folato e vitamina B12. Estudos adicionais são necessários para reavaliar a prevalência de menores concentrações de B12 e folato e de hiperhomocisteinemia na população portadora do HIV sob a ótica do uso de HAART e da melhoria na sobrevida dos pacientes.In this study we sought to investigate the B12 and folate levels regarding the influence of methylenetetrahydrofolate reductase genotypes, immunological profile and antiretroviral therapy in the Brazilian HIV-infected population. The study group comprised 89 HIV-infected individuals and 29 blood donors. There was a decrease in the B12 levels in the HIV-infected group with higher TCD4+ lymphocyte counts. No differences in the genotype distribution for methylenetetrahydrofolate reductase polymorphisms between the HIV-infected individuals and the controls were found. HIV-infected individuals carrying the C677C genotype presented lower B12 levels (313.91 ± 154.05 than those with the same genotype in the control group (408.27 ± 207.69. Also, the antiretroviral therapy was not a source of variation of the folate and B12 serum levels. Further studies are

  2. Transmissão vertical do HIV em população atendida no serviço de referência Vertical transmission of HIV in the population treated at a reference center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Teresinha Cruz Rodrigues

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a taxa de transmissão vertical do HIV e avaliar os fatores envolvidos em partes materna e fetal. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no Serviço de Atendimento Especializado. Foram investigados 102 prontuários de mulheres com HIV que deram à luz a recém-nascidos vivos. RESULTADOS: A prevalência de 6,6% de transmissão vertical. Entre as crianças infectadas: 40,0% de mães sem pré-natal e 75% sem a profilaxia com anti-retrovirais durante o pré-natal, 50,0% sem profilaxia com AZT com oral e amamentado. Entre as crianças não infectadas: 91,5% iniciaram a profilaxia com AZT oral ao nascimento e 84,1% das mães receberam ARV. CONCLUSÃO: A ocorrência de transmissão vertical do HIV no serviço de referência correspondeu a 6,6%, o que indica uma alta prevalência.OBJECTIVE: To identify the rate of vertical transmission of HIV and assess the factors involved in maternal and fetal share. METHODS: Cross-sectional study conducted in the Specialized Care Service. We investigated 102 clinical records of HIV positive women who had given birth to live newborns. The primary variable was the occurrence of vertical transmission of HIV and the secondary variables were the factors associated with vertical transmission of HIV. RESULTS: Prevalence of 6.6% of vertical transmission. Among the infected children: 40.0% of mothers with out prenatal care and 75% without prophylaxis with antiretroviral drugs during the prenatal, 50.0% without AZT prophylaxis with oral and breast-fed. Among the uninfected children: 91.5% were started on prophylaxis with oral AZT at birth and 84.1% of mothers received ARV delivery. CONCLUSION: The occurrence of vertical transmission of HIV in the reference service corresponded to 6.6%, indicating a high prevalence.

  3. Estudo da Adesão à Quimioprofilaxia Anti-retroviral para a Infecção por HIV em Mulheres Sexualmente Vitimadas Study of Adherence to Antiretroviral Chemoprophylaxis for HIV Infection in Sexually Abused Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Drezett

    1999-10-01

    Full Text Available Objetivos: embora não existam dados apropriados para estabelecer sua eficácia, alguns serviços tem utilizado, profilaticamente, a terapia anti-retroviral para o HIV nos casos de violência sexual. O objetivo deste estudo foi avaliar a aceitabilidade, tolerância e adesão a um esquema quimioprofilático para o HIV. Pacientes e método: foram avaliadas 62 mulheres vítimas de estupro e/ou atentado violento ao pudor com coito ectópico anal. Os agressores foram referidos como desconhecidos. A profilaxia foi iniciada dentro das primeiras 48 h da violência e mantida por 4 semanas, sendo administrados diariamente: zidovudina, 600 mg; indinavir, 2.400 mg e lamivudina, 300 mg. Resultados: a taxa de descontinuidade foi de 24,2%, sendo em 12 casos (80% decorrente de intolerância gástrica. Os efeitos colaterais estiveram presentes em 43 casos (69,4%, sendo as náuseas e vômitos os mais freqüentes. A complexidade posológica e o tempo de uso foram fatores possivelmente associados ao uso inadequado das drogas, ocorrendo em 10,6% dos casos. Conclusão: a taxa de descontinuidade da quimioprofilaxia foi semelhante à observada em outras indicações.Purpose: some medical institutions have been prophylactically ministrating anti-HIV therapy in cases of sexual violence, although there are no appropriate basic facts to establish its efficacy. The aim of the present study was to evaluate the acceptance, tolerance and adhesion of these women under a chemoprophylaxis plan for HIV. Methods: sixty-two women victims of rape and/or anal intercourse with unknown aggressors have been evaluated. Prophylaxis has been started within the first 48 h after violence and maintained for 4 weeks, with daily administration of zidovudine, 600 mg; indinavir, 2,400 mg and lamivudine, 300 mg. Results: the discontinuance rate was 24.2%, withe 12 cases (80% due to gastric intolerance. The side effects were present in 43 cases (69.4%, including nausea and vomitting as the most

  4. Incidência de Candida spp. na mucosa oral de pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV no município de Santo Ângelo -RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Hartmann

    2016-07-01

    Full Text Available Justificativa: Atualmente há um aumento das infecções fúngicas, especialmente em pacientes imunocomprometidos. Dentre os fungos causadores de infecções invasivas destacam-se as leveduras do gênero Candida, considerada marcador de progressão do HIV. A terapêutica antifúngica e diagnóstico são importantes para o tratamento de candidíase oral, devido à resistência atribuída a algumas espécies. Assim, destaca-se a importância de determinar a incidência de candidíase oral em pacientes portadores do vírus do HIV. Objetivo: Pesquisar a incidência de Candida spp em pacientes HIV positivos, as espécies, os fatores de virulência e a sensibilidade ao fluconazol. Metodologia: pesquisou-se a colonização da mucosa oral de pacientes HIV positivos com o auxílio de swab estéril e o cultivo em ágar Sabouraud Dextrose. Estudou-se a atividade de proteinase e fosfolipase. O teste de suscetibilidade foi realizado pelo método de disco difusão. Preencheu-se uma ficha com dados sócio-econômicos, clínicos e informações quanto as medicações e sintomatologias dos pacientes. Resultados: A amostra constituiu-se de 45 pessoas. A média de idade dos pacientes foi de 38 anos (±13,63. A taxa de colonização oral por Candida em pacientes HIV foi de 53,3%, destes, 95,83% pertencentes à espécie albicans. Os isolados apresentaram atividade positiva e fortemente positiva para fosfolipase e proteinase. No teste de suscetibilidade 25% dos isolados mostraram-se resistentes ao fluconazol. Conclusão: O diagnóstico precoce da candidíase em pacientes infectados pelo HIV é fundamental tanto para o tratamento imediato, quanto para melhorar a sua qualidade de vida, uma vez que a candidíase é uma lesão bucal muito frequente nesta população.

  5. Seasonal profile and level of CD4+ lymphocytes in the occurrence of cryptosporidiosis and cystoisosporidiosis in HIV/AIDS patients in the Triângulo Mineiro region, Brazil Perfil sazonal e nível de linfócitos CD4+ na ocorrência de criptosporidiose e cistoisosporidiose em pacientes HIV/AIDS na região do Triângulo Mineiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Benedita de Oliveira-Silva

    2007-10-01

    Full Text Available Patients with AIDS are particularly susceptible to infection with intestinal coccidia. In this study the prevalence of infections with Cryptosporidium sp and Cystoisospora belli were evaluated among HIV/AIDS patients in the Triângulo Mineiro region, Brazil. Between July 1993 and June 2003 faecal samples from 359 patients were collected and stained by a modified Ziehl-Neelsen method, resulting in 19.7% of positivity for coccidian (8.6% with Cryptosporidium sp, 10.3% with Cystoisospora belli and 0.8% with both coccidian. Patients with diarrhoea and T CD4+ lymphocyte levels Pacientes com AIDS são particularmente susceptíveis a infecção por coccídios intestinais e nesse estudo foi avaliada a freqüência de Cryptosporidium sp. e Cystoisospora belli entre pacientes HIV/AIDS na região do Triângulo Mineiro, Brasil. No período de julho de 1993 a junho de 2003, amostras de fezes de 359 pacientes foram submetidas à coloração pelo método de Ziehl-Neelsen modificado, sendo detectada a presença de coccídios em 19,7% destas (8,6% de Cryptosporidium sp, 10,3% de Cystoisospora belli e 0,8% de ambos coccídios. Pacientes com diarréia e níveis de linfócitos T CD4+ < 200 células/mm3 apresentaram maior frequência destes protozoários, demonstrando o perfil oportunista destas infecções e a relação com o status imunológico do indivíduo. Não foi possível determinar a influência da HARRT, pois apenas 8,5% dos pacientes positivos para coccídios fazriam uso regular desta terapia. Parasitismo por Cryptosporidium sp foi mais freqüente no período compreendido de dezembro a fevereiro caracterizando padrão sazonal desta infecção, fato não observado com Cystoisospora belli.

  6. Prevalência da infecção pelo HIV em pacientes com tuberculose na atenção básica em Fortaleza, Ceará Prevalence of HIV infection in tuberculosis patients treated at primary health care clinics in the city of Fortaleza, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helder Oliveira e Silva

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência da infecção pelo HIV em indivíduos com > 15 anos de idade e diagnóstico confirmado de tuberculose, acompanhados em Centros de Saúde da Família de Fortaleza (CE. Uma amostra aleatória de 110 pacientes com diagnóstico de tuberculose de 26 Centros de Saúde da Família foi incluída no estudo, realizado entre os meses de janeiro e maio de 2009. Todos os participantes responderam a um questionário com dados sociodemográficos e clínicos e realizaram sorologia para o HIV. Nesta amostra, a prevalência de coinfecção tuberculose/HIV foi de 3,6% (IC95%: 0,2-7,0.The objective of this study was to determine the prevalence of HIV infection among individuals > 15 years of age with a confirmed diagnosis of tuberculosis and treated at family health care clinics in the city of Fortaleza, Brazil. We evaluated a random sample of 110 patients with tuberculosis, treated at a total of 26 family health care clinics between January and May of 2009. All of the participants completed a questionnaire regarding sociodemographic and clinical data, and all underwent HIV testing. In this sample, the prevalence of tuberculosis/HIV co-infection was 3.6% (95% CI: 0.2-7.0.

  7. Avaliação da adesão e qualidade de vida de portadores de HIV sob seguimento farmacoterapêutico / Evaluation of adhesion and quality of life of HIV carriers under pharmacoterapeutical follow up

    National Research Council Canada - National Science Library

    Larissa Rocha Arruda de Souza; Ananda Pullini Matarazo; Matheus Pereira de Araújo; Oriana Sabatina D'Alessandro Romano; Ricardo Radighieri Rascado; Luciene Alves Moreira Marques

    2017-01-01

    ... de questionários padronizados, durante a assistência intensiva da equipe farmacêutica. Métodos: Foram acompanhados 15 pacientes HIV positivos que frequentam o Centro de Testagem e Aconselhamento...

  8. Frequency of class I anti-HLA alloantibodies in patients infected by HIV-1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elza Regina Manzolli Leite

    2010-02-01

    Full Text Available The aim of this study was to evaluate the presence of class I anti-HLA alloantibodies in patients infected by HIV-1 and relate it with the different clinical courses of the disease. Blood samples were collected in EDTA tubes from 145 individuals. HIV-1 infection was confirmed by ELISA test. The presence of class I anti-HLA alloantibodies and HLA allele's were determined. Clinical evolution was set as fast (3 years. Class I anti-HLA alloantibodies presence was lower in healthy individuals than in those infected by HIV-1 (4.2% against 32.4%. However, an equal distribution of these alloantibodies was found among the individuals infected, independent on the clinical evolution. Thus, class I anti-HLA alloantibodies was not a determinant factor for patient worsening.O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de aloanticorpos anti-HLA classe I em pacientes infectados pelo HIV-1 e relacioná-la aos diferentes cursos clínicos da doença. Amostras de sangue de 145 indivíduos HIV positivo foram coletadas em tubos com EDTA. A infecção pelo HIV-1 foi confirmada por teste ELISA e a presença de aloanticorpos anti-HLA classe I determinada em seguida. A evolução clínica foi definida como rápida (3 anos. A presença de aloanticorpos anti-HLA classe I foi menor em indivíduos saudáveis em relação aos infectados pelo HIV-1 (4,2% contra 32,4%. Porém, a distribuição destes aloanticorpos entre os indivíduos infectados foi igual, independente da evolução clínica. Deste modo, a presença de aloanticorpos anti-HLA classe I não é um fator determinante na piora clínica do paciente.

  9. Trabalho em equipe e interdisciplinaridade: desafios para a efetivação da integralidade na assistência ambulatorial às pessoas vivendo com HIV/Aids em Pernambuco Team Work and Interdiciplinarity: Challenges facing the implementation of Comprehensive Outpatient Care for People with HIV/Aids in Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Jucineide Lopes Borges

    2012-01-01

    Full Text Available A complexidade da atenção à saúde das pessoas vivendo com HIV/Aids requer o investimento na integralidade das ações e do cuidado, lançando às equipes multiprofissionais o desafio da construção de uma prática interdisciplinar. Este estudo teve o objetivo de analisar a integralidade da atenção à saúde em Serviços de Assistência Especializada em HIV/Aids (SAE-HIV/Aids de Recife/Pernambuco, a partir do processo e organização do trabalho em equipe. Trata-se de um estudo de caso desenvolvido em três unidades de SAE-HIV/Aids, com base em abordagem qualitativa, por meio de diferentes técnicas de investigação. Os resultados apontam que os SAE atendem a grande parte das recomendações do Ministério da Saúde, sobre a infraestrutura básica, mas nenhum serviço apresentava a constituição da equipe mínima satisfatória. Há o reconhecimento da fragmentação do trabalho em equipe e da dificuldade de sistematizar uma prática interdisciplinar e intersetorial, sendo apontadas falhas para garantir o fluxo de referência e contrarreferência. Identificou-se pouca valorização do papel do gerente como articulador da equipe; a necessidade de perceber o usuário como um todo; e de a equipe trabalhar de forma articulada, buscando a prática comunicativa e as atividades relacionais.The complexity of providing healthcare to people with HIV/Aids requires investment in comprehensive action and care, constituting a challenge for the multidisciplinary work teams to build an interdisciplinary practice. This study sought to analyze comprehensive healthcare in the Specialized Assistance Services for HIV/Aids (SAE-HIV/Aids in Recife, in the State of Pernambuco, starting with the process and organization of team work. This is a case study developed in three SAE-HIV/Aids units, based on a qualitative approach using different research techniques. The results show that SAE-HIV/Aids have complied with most of the Brazilian Health Ministry

  10. Aspectos prácticos del silencio administrativo positivo contemplado en la ley142 de 1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicolás Gómez Olarte

    2004-01-01

    Full Text Available La omisión por parte de la autoridad de responder las peticiones, genera el silencio administrativo, el cual tendrá efectos positivos en los casos establecidos por la ley, como ocurre en materia de servicios públicos domiciliarios. De acuerdo con las normas especiales que rigen la materia, las entidades prestadoras de servicio deberán, dentro de las setenta y dos horas siguientes al vencimiento del plazo para decidir, reconocer al usuario el efecto positivo. El régimen juridico colombiano establece al respecto diversos mecanismos de protección a los derechos de los usuarios que van desde lasfacultades especiales otorgadas a la Superintendencia de Servicios Públicos hasta las acciones de cumplimiento y tutela, de consagración constitucional.

  11. Comportamiento organizacional positivo: las implicaciones del engagement en el entorno laboral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Almeida Quezada

    2015-12-01

    Full Text Available El presente estudio aborda el concepto de Comportamiento Organizacional Positivo como herramienta para potencializar las habilidades de los colaboradores dentro de una organización. Desde una perspectiva teórica, tiene como Objetivo analizar el constructo del engagement como elemento generador de compromiso y buen ambiente laboral. Profundizando en el documento, se describen las aristas que, llevadas a la práctica, permitirán una correcta ejecución de este modelo, repercutiendo de esta forma en resultados anuales positivos y en el aumento de la productividad. Colaboradores engaged son sinónimos de un buen provenir empresarial; el éxito radicará en los índices de motivación de cada uno de los miembros que componen la organización.

  12. Validation of four AIDS-case definitions in HIV-infected intravenous drug users in Barcelona, Spain Validação de quatro definições de caso de aids em usuários de drogas injetáveis em Barcelona, Espanha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio C. Miranda

    1998-08-01

    Full Text Available The objective of the study is to assess the sensitivity and specificity of four epidemiological AIDS-Case Definitions (CDC-87, CDC-93, Europe-93 and Revised Caracas in HIV-infected intravenous drug users (IDU. The authors carried out a cross-sectional study with 136 IDUs, HIV-infected from a Men Penitentiary Center and from a drug addiction treatment center of Barcelona, Spain, between October/93 and April/94. A protocol, including demographic, clinical and laboratory variables was used by one doctor and the laboratory tests were done in the same institution. After that, the patients were classified in the four Epidemiological AIDS-Case Definitions used by this study. As gold standard we used the CD4 Cell Count (out point 200 or 14% CD4+. The number of AIDS cases varied between 31 and 84 according to the type of AIDS definition. The CDC-93 AIDS definition implied an increase of 170.9% in the number of cases in relation to CDC-87 AIDS-Case Definition. The sensitivities of the CDC-87, CDC-93, Europe-93 and Revised Caracas Epidemiological AIDS - Case Definitions were 34.2, 88.6, 45.6 and 56.9% while the specificities were 93.0, 75.4, 75.4 and 77.2%, respectively. The positive predictive values were between 72.0% (Europe-93 and 87.1% (CDC-87 and the negative predictive values were between 50.0% (Europe-93 and 82.7% (CDC-93. The authors concluded: the sensitivity and specificity of Caracas Revised Epidemiological AIDS-Case Definition was better than Europe-93 AIDS Case Definition. So this Definition can be very useful in countries and situations where the CD4 Cell Count is not available for technical or economical reasons.O objetivo do estudo é observar a sensibilidade e a especificidade de 4 definições epidemiológicas de Caso de Aids ("CDC-87", "CDC-93", "Europa-93"e "Caracas Revisada" em usuários de drogas (ilícitas intravenosas, infectados pelo HIV/VIH. Os autores realizaram um estudo com 136 usuários, infectados pelo HIV/VIH, de um centro

  13. A Coinfecção Sífilis/HIV e sua importância no rastreamento sorológico em bancos de sangue

    OpenAIRE

    Andressa Teresinha Boni Ribeiro; Laura Vicedo Jacociunas

    2016-01-01

    Entre as principais doenças transmissíveis por transfusão estão a AIDS e a sífilis. O período de janela imunológica representa risco de transmissão dessas patologias, principalmente em bancos de sangue. Assim, a triagem deve ser capaz de identificar doadores com essas doenças. O presente estudo buscou apresentar uma revisão referente à coinfecção sífilis/HIV e sua importância no rastreamento em bancos de sangue. Foram revisadas as bases de dados PubMed, SciELO e LILACS dados da Organização Mu...

  14. El enfoque positivo de la educación: aportaciones al desarrollo humano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara ROMERO PÉREZ

    2012-02-01

    Full Text Available Este artículo analiza las perspectivas teóricas actuales que fundamentan las propuestas educativas orientadas a promover el desarrollo positivo de las personas. Se exponen, en primer lugar, las características más relevantes del enfoque positivo. A continuación, nos detenemos en el concepto de yo positivo y su relación con la eudaimonia, el autocuidado y el autogobierno emocional. En tercer lugar, tomando como referencia las aportaciones de la Psicología Positiva y la Ciencia de la Prevención se analizan las dos orientaciones generales –hedónica y eudemónica– desde las que se fundamentan diferentes propuestas pedagógicas dirigidas a la educación para el bienestar, el desarrollo socioemocional y la educación del carácter. Concluimos que, a pesar de carecer de un saber práctico cerrado sobre la felicidad y el arte de vivir, una educación positiva orientada a los procesos de construcción humana debe promover tanto las competencias emocionales y sociales como los sentimientos y competencias morales para el desarrollo óptimo del ser humano.

  15. Vulnerabilidade ao HIV em favela do Rio de Janeiro: impacto de uma intervenção territorial HIV vulnerability in a shantytown: the impact of a territorial intervention, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Edmundo

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o impacto da implementação de um programa participativo de promoção da saúde sexual em uma comunidade empobrecida, e descrever como o uso dos espaços públicos e privados para práticas sexuais constitui-se um fator que exacerba a vulnerabilidade ao HIV/Aids. MÉTODOS: Estudo etnográfico conduzido em 2002, em favela localizada no município do Rio de Janeiro. Os 6.000 moradores viviam em condições de vida deficitárias em que se verificou a ausência de políticas públicas, postos de saúde, lazer, oportunidades de emprego e segurança, o que consolida o poder de grupos criminosos. Foram abordadas as condições referentes à saúde sexual e à implantação do programa participativo de promoção da saúde sexual pelo Núcleo Comunitário de Prevenção, criado por uma organização não-governamental. Após dois meses de observação participante, foram realizadas 35 entrevistas semi-estruturadas em profundidade com moradores com idade entre 17 e 65 anos. Foram analisadas 11 histórias de vida de líderes comunitários e agentes comunitários de prevenção e sete grupos focais formados a partir dos grupos pré-existentes na comunidade. O material foi categorizado e analisado qualitativamente. RESULTADOS: A precariedade das moradias favorecia maior exposição às práticas sexuais, acentuando o estigma de ser morador de favela vivenciado pela comunidade. Com a implantação do programa do Núcleo, crianças, jovens e adultos se familiarizaram e passaram a ter conhecimento sobre prevenção do HIV/Aids; e jovens e adultos passaram a ter acesso a preservativos. CONCLUSÕES: Os resultados decorrentes da intervenção mostraram que embora a vulnerabilidade permaneça, a prevenção pode ser inserida na cultura local. A prevenção da Aids pode ser fomentada por meio de uma abordagem territorial com base na participação dos moradores e no fortalecimento da organização coletiva.OBJECTIVE: To analyze the impact of a

  16. Força e vontade: aspectos teórico-metodológicos do risco em epidemiologia e prevenção do HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Castiel Luís David

    1996-01-01

    Full Text Available Aborda-se, sob o ponto de vista do risco em epidemiologia, as propostas de educação em saúde com vistas à prevenção do HIV/AIDS. Levando em conta os resultados insatisfatórios dos programas de educação sanitária, baseados no conceito de risco visando ao controle da pandemia, discutem-se as possíveis premissas subjacentes às referidas propostas. Nelas, se destaca a concepção de racionalidade do receptor de tais conteúdos educacionais. Assim, ficam consideradas as noções que envolvem o entendimento público dos conceitos epidemiológicos. São discutidas limitações do instrumental epidemiológico para dar conta das dimensões interativas no adoecimento pela AIDS. Apresenta-se uma abordagem que procura levar em consideração tais aspectos.

  17. Relação entre biofilme, atividade de cárie e gengivite em crianças HIV+ Relation between biofilm, caries activity and gingivitis in HIV + children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Apoena de Aguiar Ribeiro

    2002-06-01

    Full Text Available A utilização de terapia medicamentosa em crianças infectadas pelo HIV (HIV+ vem promovendo a diminuição na prevalência de manifestações bucais em tecidos moles ao longo dos anos. Entretanto, observa-se uma constância na experiência de cárie e gengivite desta população, sobretudo devido à influência crônica de alguns fatores envolvidos no processo da infecção pelo HIV, como uso prolongado de medicamentos líquidos açucarados, dieta rica em carboidratos e repetidos episódios de internação. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar se a qualidade e quantidade de biofilme representam um fator importante na atividade da doença cárie e gengivite neste grupo em especial. Após exame do biofilme (índice de biofilme; Ribeiro23, 2000, da atividade de cárie e gengivite de 56 crianças, de 0 a 14 anos, pacientes com diagnóstico definitivo de infecção pelo HIV, observou-se que somente 7 (12,5% não apresentavam biofilme visível clinicamente e 33 (58,9% apresentavam gengivite, com, em média, 4,44 superfícies com sangramento. Quanto à doença cárie, 73,2% das crianças apresentavam lesões cariosas ativas. Verificou-se ainda a correlação entre o índice de biofilme, o estado gengival e a atividade das lesões cariosas (teste de correlação de Spearman, r s = +0,57 e r s = +0,49, respectivamente. Conclui-se, que nas crianças HIV+ avaliadas, a qualidade e quantidade de biofilme sobre a superfície dental representam um importante fator na etiologia da atividade das doenças cárie e gengivite, podendo e devendo este ser trabalhado para que seja possível restabelecer a saúde bucal destas crianças.The utilization of medicines to treat HIV-infected children has been promoting a decrease in the prevalence of soft-tissue oral lesions, as years pass by. In contrast, it has been observed that the experience of caries and gingivitis is constant in this population, mostly because of the chronic influence of some factors

  18. Avaliação radiográfica da idade óssea em crianças infectadas pelo HIV por via vertical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira Helena Willhelm de

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O presente trabalho teve por objetivo avaliar o desenvolvimento de crianças infectadas pelo vírus da imunodeficiência adquirida (HIV por contaminação vertical, comparando-se dois métodos determinantes da idade óssea. MATERIAIS E MÉTODOS: Analisou-se uma amostra de 100 crianças, com idades variando de 4 anos e 2 meses a 11 anos e 9 meses, que realizaram radiografias de mão e punho tecnicamente padronizadas e que, posteriormente, foram analisadas segundo os critérios dos métodos de Greulich e Pyle (1959 e de Eklöf e Ringertz (1967. RESULTADOS: Os resultados obtidos mostraram diferenças estatísticas entre os métodos de análise radiográfica do desenvolvimento esquelético utilizados, com destaque para a maior sensibilidade em relação ao método de Eklöf e Ringertz (p < 0,05. O grupo feminino apresentou diferenças estatisticamente significantes entre os casos controle e HIV+ (sete casos quando avaliados por este método (p < 0,05. CONCLUSÃO: Constatou-se, com a presente pesquisa, que houve a influência do HIV sobre o desenvolvimento esquelético neste grupo de pacientes.

  19. Falhas na identificação da infecção pelo HIV durante a gravidez em São Paulo, SP, 1998 Deficiencies in diagnosing HIV-infection during pregnancy in Brazil, 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HHS Marques

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O aumento de casos de Aids em mulheres no Estado de São Paulo desencadeou uma série de medidas para reduzir a transmissão materno-infantil do HIV. Assim, realizou-se estudo com o objetivo de avaliar falhas na implantação dessas medidas, do ponto de vista da cobertura e da qualidade do pré-natal, em serviços de referência que atendem mulheres soropositivas no Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas, por meio de questionário estruturado, todas as mulheres soropositivas de três cidades do Estado de São Paulo (São Paulo, Santos e São José do Rio Preto. Todas as mulheres possuíam no mínimo 18 anos de idade, tiveram filhos em 1998 e fizeram consulta com infectologista (ela mesma ou seu filho. As mulheres foram avaliadas quanto à realização do pré-natal e ao conhecimento da soropositividade para o HIV antes, durante ou após a gestação. RESULTADOS: Do total de 116 mulheres, 109 (94% fizeram pré-natal, 64% procuraram os serviços durante o primeiro trimestre, e o número de consultas foi de pelo menos três em 80% dos casos. A idade média das mulheres que fizeram pré-natal foi de 29,1 anos, estatisticamente maior do que a das mulheres que não o fizeram (24,3 anos. Sabiam ser soropositivas antes de engravidar 45% das mulheres, 38% souberam durante a gravidez, e 17%, após o nascimento da criança. O teste para o HIV foi oferecido para 82% das mulheres que não conheciam seu status sorológico. Destas, apenas 56% receberam explicação sobre a importância do teste. As unidades básicas de saúde (UBS foram os locais onde a informação menos ajudou a conhecer o risco para a criança (p=0,037 e a necessidade de tratamento (p=0,0142. CONCLUSÕES: As principais falhas identificadas foram o não-oferecimento do teste HIV durante a gestação e a inadequada qualidade da informação. O principal local de atendimento para essas pessoas são as UBS. Estas foram as que menos contribuíram para a compreensão dos

  20. Terapia nutricional nas alterações metabólicas em pessoas vivendo com HIV/aids Terapia nutricional en las alteraciones metabólicas en personas viviendo con VIH/Sida Nutritional therapy in metabolic changes in individuals with HIV/AIDS

    OpenAIRE

    Marianne Falco; Aline de Cássia Oliveira Castro; Erika Aparecida Silveira

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar o efeito do tratamento nutricional sobre as alterações metabólicas provocadas pelo uso da terapia antirretroviral em adultos vivendo com HIV/aids. MÉTODOS: Revisão sistemática de literatura no PubMed, Lilacs e Cochrane, entre 1996 e 2010, do tipo ensaio clínico, controlado, randomizado, crossover, adultos, vivendo com HIV/aids em uso de terapia antirretroviral e sem doenças oportunistas. A intervenção de interesse foi suplementação nutricional via oral e/ou mudança de estil...

  1. Uso do score APRI na avaliação de doença hepática, após início de terapia antirretroviral, em pacientes portadores do HIV co-infectados com HCV versus monoinfectados por HIV Evaluation of APRI score in liver disease following the introduction of antiretroviral therapy in HIV and HCV coinfected versus HIV monoinfected patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Sperb Antonello

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O impacto da terapia antirretroviral altamente ativa na progressão da fibrose hepática em pacientes co-infectados com HIV e hepatite C não está totalmente esclarecido. Marcadores não-invasivos de fibrose hepática podem ser considerados promissores no estadiamento e na monitorização da sua evolução. MÉTODOS: Um total de 24 pacientes, divididos em dois grupos: 12 monoinfectados por HIV e 12 co-infectados com HIV e HCV foram acompanhados de julho de 2008 a agosto de 2009, desde o início de HAART, a cada três meses, com avaliação de dados clínicos, epidemiológicos e laboratoriais, assim como o cálculo do índice da relação aspartato aminotransferase sobre plaquetas. O objetivo deste estudo foi comparar a progressão de APRI, marcador não-invasivo de fibrose hepática, entre populações portadoras do vírus do HIV e co-infectados com HIV e HCV. RESULTADOS: Os grupos estudados não mostraram diferenças quando avaliados idade, sexo, medida de CD4 e carga viral para HIV em todas visitas, tipo de HAART e APRI antes do início de HAART. O grupo de pacientes co-infectados com HIV e HCV apresentava APRI significativamente maior que o grupo de monoinfectados por HIV no terceiro (0,57 + 0,31 x 0,27 + 0,05, p = 0,02 e sexto mês (0,93 + 0,79 x 0,28 + 0,11, p = 0,04. CONCLUSÕES: Neste estudo, HAART foi associado com aumento de APRI no terceiro e sexto mês de seguimento nos pacientes co-infectados, sugerindo que nestes pode estar ocorrendo hepatotoxicidade cumulativa e síndrome inflamatória da reconstituição imune após início dos antirretrovirais.INTRODUCTION: The impact of highly active antiretroviral therapy (HAART on hepatic fibrosis progression in HIV and hepatitis C virus coinfected patients is not completely understood. Noninvasive hepatic fibrosis markers show great promise in determining liver fibrosis staging and monitoring disease progression. METHODS: Twenty-four patients divided equally into two groups: 12

  2. Enteropatógenos relacionados à diarréia em pacientes HIV que fazem uso de terapia anti-retroviral Enteropathogens relating to diarrhea in HIV patients on antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Áurea Regina Telles Pupulin

    2009-10-01

    Full Text Available A etiologia do processo diarréico na AIDS pode ser causada por vírus, bactérias, fungos, protozoários e helmintos, assim como pelo próprio HIV. Este trabalho avaliou enteropatogenos relacionados à diarréia em pacientes HIV que fazem uso de terapia anti-retroviral. Os métodos parasitológicos utilizados foram Faust, Hoffmann e Kinyoun. O isolamento e cultura dos fungos foram realizados conforme metodologia recomendada por NCCLS M27-A standard. A identificação das espécies de leveduras foi realizada através da reação em cadeia da polimerase. O isolamento de bactérias, foi feito em agar Mac Conkey e agar SS, a identificação das espécies através do Enterokit B (Probac do Brasil e métodos bioquímicos. Foram avaliados 49 pacientes, 44,9% apresentaram enteroparasitas, 48,1% Candida sp com 61,5% Candida albicans, 7,6% Candida sp e 30,7% Candida não- albicans. Foram isoladas bactérias de 72% dos pacientes, 49% Escherichia coli, 13% Salmonella parathyphi, Klebsiella sp ou Proteus e 6% Citrobacter freundii ou Yersinia sp. Houve alta prevalência de Candida sp nos pacientes HIV com diarréia e foram isoladas espécies não albicans cuja presença pode ser entendida como cúmplice ou causa da infecção.The etiology of the diarrheic process in AIDS may be caused by viruses, bacteria, fungi, protozoa or helminths, as well as HIV itself. This study evaluated enteropathogens relating to diarrhea in HIV patients who were on antiretroviral therapy. The parasitological methods used were Faust, Hoffmann and Kinyoun. Isolation and culturing of fungi were carried out in accordance with the methodology recommended by the NCCLS M27-A standard. The yeast species were identified using the polymerase chain reaction (PCR. Bacteria were isolated on MacConkey and SS agar and the species were identified using Enterokit B (Probac do Brasil and biochemical methods. Forty-nine patients were evaluated: 44.89% presented enteroparasites and 48.1% presented

  3. Infrequent detection of <em>Pneumocystis jiroveciiem> by PCR in oral wash specimens from TB patients with or without HIV and healthy contacts in Tanzania

    DEFF Research Database (Denmark)

    Jensen, Lotte; Jensen, Andreas V.; Praygod, George

    2010-01-01

    In tuberculosis (TB) endemic parts of the world, patients with pulmonary symptoms are managed as "smear-negative TB patients" if they do not improve on a two-week presumptive, broad-spectrum course of antibiotic treatment even if they are TB microscopy smear negative. These patients are frequently...... HIV positive and have a higher mortality than smear-positive TB patients. Lack of access to diagnose Pneumocystis jirovecii pneumonia might be a contributing reason. We therefore assessed the prevalence of P. jirovecii by PCR in oral wash specimens among TB patients and healthy individuals in an HIV...

  4. Avaliação da função lacrimal, da superfície ocular e do filme lacrimal em pacientes soropositivos para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Ramos Mosena

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo Avaliar a função lacrimal, a superfície ocular e o filme lacrimal de pacientes com sorologia positiva para o vírus HIV. Métodos Estudo observacional, transversal, quantitativo e analítico, realizado entre junho e outubro de 2011, no Departamento de Oftalmologia do Hospital do Servidor Público Estadual “Francisco Morato de Oliveira”, com 32 pacientes no total, sendo 16 soropositivos para o HIV e 16 soronegativos. Resultados Não houve diferença estatística significante na média de idade entre os grupos estudados (p = 0,083. O padrão do teste de cristalização da lágrima foi estatisticamente diferente no grupo de pacientes HIV (com predomínio dos padrões III e IV em relação ao grupo controle (no qual predominaram os padrões I e II, tanto no olho direito como no esquerdo (p = 0,019 e p < 0,001, respectivamente. As demais variáveis estudadas não mostraram-se estatisticamente relevantes entre os grupos. Conclusão Os pacientes soropositivos para o HIV não apresentaram alterações da função lacrimal e da superfície ocular, porém amostras de lágrimas evidenciaram diferenças consideradas estatisticamente significantes nos padrões dos testes de cristalização do filme lacrimal, quando comparadas com amostras obtidas de pacientes controles.

  5. Avaliação da função lacrimal, da superfície ocular e do filme lacrimal em pacientes soropositivos para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Ramos Mosena

    2015-04-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a função lacrimal, a superfície ocular e o filme lacrimal de pacientes com sorologia positiva para o vírus HIV. Métodos: Estudo observacional, transversal, quantitativo e analítico, realizado entre junho e outubro de 2011, no Departamento de Oftalmologia do HSPE-SP, com 32 pacientes no total, sendo 16 soropositivos para o HIV e 16 soronegativos. Resultados: Não houve diferença estatística significante na média da idade entre os grupos estudados (p = 0,083. O padrão do teste de cristalização da lágrima foi estatisticamente diferente no grupo de pacientes HIV (com predomínio dos padrões III e IV em relação ao grupo controle (no qual predominaram os padrões I e II, tanto no olho direito como no esquerdo (p = 0,019 e p < 0,001, respectivamente. As demais variáveis estudadas não mostraram-se estatisticamente relevantes entre os grupos. Conclusão: Os pacientes soropositivos para o HIV não apresentaram alterações da função lacrimal e da superfície ocular, porém amostras de lágrimas evidenciaram diferenças consideradas estatisticamente significantes nos padrões dos testes de cristalização do filme lacrimal, quando comparadas com amostras obtidas de pacientes controles.

  6. Consideraciones en torno a las penas y sus subrogados en el derecho positivo uruguayo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Scapusio

    2014-10-01

    Full Text Available Contenido: El sistema de reacciones penales. La pena como forma de control social y de reacción estatal formalizada. Naturaleza, funciones y fines de la pena. Pena y punibilidad. La ejecución penal. -Las penas en nuestro derecho positivo. Formas de cumplimiento de las penas privativas de libertad. Las medidas de seguridad eliminativas. Las alternativas a la privación de libertad clásica. Las libertades condicional y anticipada. Las obligaciones de vigilancia. La suspensión condicional de la pena

  7. Consideraciones en torno a las penas y sus subrogados en el derecho positivo uruguayo

    OpenAIRE

    Beatriz Scapusio; Lina Fernández Lembo

    2014-01-01

    Contenido: El sistema de reacciones penales. La pena como forma de control social y de reacción estatal formalizada. Naturaleza, funciones y fines de la pena. Pena y punibilidad. La ejecución penal. -Las penas en nuestro derecho positivo. Formas de cumplimiento de las penas privativas de libertad. Las medidas de seguridad eliminativas. Las alternativas a la privación de libertad clásica. Las libertades condicional y anticipada. Las obligaciones de vigilancia. La suspensión condicional de la p...

  8. Impacto de las redes sociales e internet en la adolescencia: aspectos positivos y negativos

    OpenAIRE

    L. Elías Arab, Dr.; G. Alejandra Díaz, Ps.

    2015-01-01

    Este artículo presenta una revisión teórica del impacto, tanto positivo como negativo, de las redes sociales en los adoles- centes y de la relación directa entre esto y el uso o abuso de las nuevas tecnologías. A su vez, se establece el vínculo entre las formas de utilizarlas y las características psicológi- cas individuales, los desarrollos previos de personalidad y el control parental. Se toma como punto de partida el desa- rrollo adolescente asociado a la construcción de la identidad juven...

  9. Competencias para estabelecer un clima laboral positivo en tiempos de crisis

    OpenAIRE

    Aguirre García, Damiana

    2013-01-01

    El presente trabajo, tiene como finalidad elaborar de una forma clara y sencilla competencias que ayuden a establecer un clima laboral positivo dentro de una organización, en tiempos de crisis. Las cuales, permitan desarrollar y mantener en el tiempo, dentro de las organizaciones, valores tan importantes como: el reconocimiento del trabajo, comunicación, trato justo, formación de las personas y sentido del trabajo.Por consiguiente en el Capítulo I definido como Marco Teórico, s...

  10. Um olhar sobre o desenvolvimento positivo dos jovens através do desporto

    OpenAIRE

    Jorge Manuel Esperan\\u00E7a; Maria Leonor Regueiras; Robert John Brustad; Ant\\u00F3nio Manuel Fonseca

    2013-01-01

    Este artículo se basa en el reconocimiento de la importancia del concepto de Desarrollo Juvenil Positivo (PDJ), así como en la verificación de su relativamente escasa difusión y aplicación en contextos deportivos, en particular en lo que respecta a los países de habla portuguesa. En este sentido, procurando promover su difusión y sugerir posibles investigaciones e intervenciones en esta área, se desarrolló un análisis de lo que se ha publicado al respecto en las principales revistas internaci...

  11. Los falsos positivos en el marco del discurso de la Seguridad Democrática

    OpenAIRE

    Moreno Castillejo, Álvaro Ernesto

    2016-01-01

    El interés del presente Estudio de Caso es observar la influencia del discurso de la Seguridad Democrática en el aumento de los falsos positivos durante los dos periodos presidenciales de Álvaro Uribe Vélez. El trabajo tiene como idea central que la seguridad propuesta por este actor, tiene especial interés en el aspecto económico con el fin de plantear el desarrollo desde la inversión extranjera. Para lograr esto, se da la lógica del todo vale con el fin de mejorar las condiciones de segurid...

  12. Cerebral aneurysmal dilatation in an infant with perinatally acquired HIV infection and HSV encephalitis Aneurisma cerebral sintomático precoce em lactente com infecção congênita por HIV e encefalite herpética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magda Lahorgue Nunes

    2001-03-01

    Full Text Available Although most children with human immunodeficiency virus (HIV infection have neurological dysfunction, in childhood the incidence of symptomatic cerebrovascular disease is low. Cerebral aneurysmal arteriopathy in childhood AIDS has been reported in the past and considered to have a relatively long latency following the primary infection. We report a 1 month-old infant with congenitally acquired HIV infection, and herpes encephalitis; she presented a sudden cardiorespiratory arrest followed by coma and was found to have a giant saccular aneurysm of the left basilar artery. Literature review showed that cerebral aneurysmal artheriopathy is an unusual manifestation in newborns and infants and this case is possibly the youngest patient reported with aneurysma, herpes encephalitis and AIDS. The role of HIV and herpes simplex infections in the pathogenesis of this lesion is discussed.A maioria das crianças com síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA apresenta complicações neurológicas, mas a incidência de doença cerebrovascular sintomática nesta faixa etária é baixa. Existem relatos prévios de arteriopatia aneurismática em crianças com SIDA, mas a latência entre a infecção primária e o desenvolvimento dos sintomas geralmente é longa. Relatamos lactente com infecção congênita por HIV, que apresentou encefalite herpética e apresentou subitamente parada cardiorespiratória, seguida de coma. A investigação através de neuroimagem demonstrou aneurisma sacular gigante da artéria basilar. A revisão da literatura demonstra ser a arteriopatia aneurismática uma entidade rara no perído neonatal e em lactentes, sendo possivelmente este o caso mais jovem até o presente relatado com doença cerebrovascular aneurismática associada a herpes e SIDA. A relação da associação entre SIDA e infecção por herpes vírus na gênese da doença cerebrovascular é discutida.

  13. Abandono do tratamento de tuberculose em co-infectados TB/HIV Abandono del tratamiento de la tuberculosis en coinfectados TB/HIV Abandonment of tuberculosis treatment among patinets co-infected with TB/HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivaneide Leal Ataide Rodrigues

    2010-06-01

    Full Text Available Este estudo objetivou analisar os motivos que levam os pacientes coinfectados TB/HIV a abandonar o tratamento da TB e conhecer a conduta da equipe de saúde frente a esse abandono. A abordagem foi qualitativa. Utilizou-se a entrevista semiestruturada, aplicada a quarenta e cinco profissionais que atuam em uma Unidade de Referência no Pará. Após análise temática, foram construídas duas unidades: fatores relacionados aos doentes que dificultam adesão ao tratamento da TB; e fatores relacionados ao serviço que contribuem para o abandono. Mostrou-se, com relação aos pacientes, que a baixa condição socioeconômica foi o fator mais frequente que propicia o abandono. Também efeitos adversos dos medicamentos, uso de drogas lícitas, e pouca motivação pessoal facilitam esse desfecho. Quanto ao Serviço, as questões relacionadas à estrutura física, organização do processo de trabalho e acesso mostraram-se relevantes para não adesão. Os resultados apontam para a necessidade de alterar as práticas desenvolvidas nos Serviços.Este estudio objetivó analizar los motivos que llevan a los pacientes coinfectados de TB/VIH a abandonar el tratamiento de la TB y conocer la conducta del equipo de salud frente a dicho abandono. El abordaje fue cualitativo. Se utilizó la entrevista semiestructurada, aplicada a cuarenta y cinco profesionales que actúan en una Unidad de Referencia en Pará. Luego del análisis temático fueron construidas dos unidades: factores relativos a los enfermos que dificultan su adhesión al tratamiento de la TB y factores relativos al servicio que contribuyen al abandono. Se demostró, con respecto a los pacientes, que la baja condición socio-económica fue el factor más frecuente que propicia el abandono. También los efectos adversos de los medicamentos, el uso de drogas lícitas y la poca motivación personal facilitan ese desenlace. Respecto del Servicio, las cuestiones relacionadas a la estructura f

  14. Non-verbal mother-child communication in conditions of maternal HIV in an experimental environment Comunicación no verbal madre/hijo em la existencia del HIV materna en ambiente experimental Comunicação não-verbal mãe/filho na vigência do HIV materno em ambiente experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone de Sousa Paiva

    2010-02-01

    materno. Em ambiente experimental, foram avaliadas cinco mães HIV+, no exercício de cuidados com seus filhos de até seis meses de vida. Filmagens dos cuidados foram analisadas por peritos, sendo observados os aspectos da comunicação não-verbal, como: a paralinguagem, cinestésica, distância, contato visual, tom de voz, comportamento tátil materno e infantil. Obteve-se 344 cenas que, após análise estatística, possibilitou inferir que a comunicação não-verbal é utilizada pela mãe para demonstrar seu íntimo apego aos filhos e para perceber possíveis anormalidades. Sugere-se que a infecção materna pode ser fator determinante para a formação de forte apego materno ao seu bebê após o nascimento.

  15. Validação de métodos de estimativa da gordura corporal em portadores do HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florindo Alex Antonio

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Validar métodos de estimativas da gordura corporal (somatória de espessura de dobras cutâneas, circunferência da cintura (CC e razão cintura-quadril (RCQ em portadores do HIV/Aids, tendo como padrão ouro a absortometria por dupla emissão de raios-X (Dexa e a tomografia computadorizada de abdômen (TCA. MÉTODOS: Foram estudados 15 portadores do HIV/Aids tratados em uma unidade de saúde coligada a um hospital público universitário, São Paulo. Foram medidas a gordura subcutânea total (GST mediante a somatória da espessura de sete dobras (bíceps, tríceps, subescapular, axilar média, supra-ilíaca, abdominal e panturrilha medial, a gordura subcutânea central (GSC (somatória da espessura de quatro dobras e a gordura subcutânea de membros (GSM (somatória da espessura de três dobras. A GST, GSC e GSM foram comparadas com as medidas de gordura obtidas pela Dexa. A CC, a RCQ e a GSC foram comparadas com as medidas de gordura obtidas pela TCA. Na análise estatística, utilizou-se o coeficiente de correlação de Pearson (r e foi utilizado o teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: A gordura medida pela Dexa foi correlacionada com GST, a GSC e GSM, mesmo após o ajuste pela idade (r>0,80 para todos. A gordura total de abdômen medida pela TCA foi correlacionada com a CC, RCQ e a GSC após o ajuste pela idade (r>0,80 para todos. CONCLUSÕES: Os métodos de estimativa da gordura corporal devem ser escolhidos de acordo com o tipo de gordura a ser avaliada e podem ser utilizados em pesquisas e nos serviços de saúde como alternativa à Dexa e TCA para portadores do HIV/Aids.

  16. RELACIONES ENTRE AFECTOS POSITIVOS Y NEGATIVOS E INTERESES PROFESIONALES EN UNIVERSITARIOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Porto Noronha

    2015-01-01

    Full Text Available El presente estudio investigó la relación entre afectos positivos y negativos e intereses profesionales. Además fueron evaluadas diferencias presentadas debido al curso. Participaron 76 estudiantes universitarios, siendo 51,3% del curso de Psicología y 48,7% de Pedagogía. En cuanto al sexo, 89,5% de los participantes eran mujeres y el promedio de edad fue de 22,83 años. Los afectos fueron evaluados por la “Escala de Afetos Zanon” y los intereses, por el “Questionário de Busca Auto-Dirigida”. Los resultados revelaron que los afectos positivos correlacionaron con los tipos Social, Investigativo, Emprendedor y Realista, con magnitudes bajas. En cuanto a las diferencias de promedio entre los cursos, hubo en relación al tipo Social, siendo que los participantes de Psicología obtuvieron promedios superiores. Los resultados son discutidos a la luz de la literatura.

  17. MODELOS DE LIDERAZGO POSITIVO: MARCO TEÓRICO Y LÍNEAS DE INVESTIGACIÓN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier Blanch, Francisco Gil

    2016-09-01

    Full Text Available El objetivo de este artículo es doble, en primer lugar, se define el marco teórico del liderazgo positivo así como las razones de su aparición. Este surge vinculado al paradigma de la psicología organizacional positiva, en cuyo ámbito, se han desarrollado las diferentes formas de liderazgo que lo integran (i.e. transformacional, de servicio, espiritual, auténtico y positivo. Aunque el constructo no parece unívocamente delimitado, los diferentes tipos que se incluyen bajo esta denominaciónpresentan una gran afinidad y elementos comunes. En segundo lugar, se revisan aspectos prácticos vinculados a la investigación empírica que constatan el impacto de este tipo de liderazgo en las organizaciones y se subraya la relación entre estas formas de liderazgo y variables organizacionales positivas. Finalmente, se analizan futuras líneas de investigación para el desarrollo de este marco conceptual.

  18. Reprodutibilidade de uma escala odontológica proposta como indicador de saúde bucal em crianças e adolescentes HIV+/SIDA Reproducibility of a scale for oral health among children and adolescents HIV+/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Alvares Duarte Bonini Campos

    2010-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar a reprodutibilidade de uma escala odontológica para avaliação da saúde bucal de crianças e adolescentes HIV+. A amostra, com delineamento não probabilístico, constituiu-se de 27 crianças e adolescentes HIV+. A escala foi aplicada, em duas ocasiões, com intervalo de sete dias. Estimou-se a reprodutibilidade intraexaminador pela estatística Kappa. Nas questões relativas à mãe, houve concordância máxima nos itens referentes à importância da saúde bucal, hábito de escovação diária e utilização de escova dental. A procura de atendimento odontológico motivado por estética e para manutenção de hálito puro apresentou concordância boa. Nas questões relativas à criança, observou-se concordância regular nos itens referentes ao fio dental. Com relação à organização do sistema de saúde, chama atenção a dificuldade dos respondentes em relatar o local e o profissional que realizou orientações educativas preventivas. A reprodutibilidade dos domínios percepção, cuidado e promoção foi de 0,48, 0,21 e 0,64, respectivamente. Sugere-se a necessidade de reestruturação das questões componentes dos algoritmos propostos pela escala para as dimensões de percepção e cuidado, a par da necessidade da saúde bucal ser inserida em programas de atendimento a portadores HIV+.The aim of this study was to investigate the intraobserver reproducibility of a Portuguese version scale used to evaluate aspects of oral health among children and adolescents HIV+. The scale was proposed by Balbo and a questionnaire was applied in two occasions, within a one week period, to 27 children and adolescents. The reproducibility was estimated by kappa statistics by point (k. With relation to the mother, it was reached a maximum of agreement for items related to the importance of maintaining the oral health, diary tooth brushing and the individual utilization of dental brush; breath and esthetics presented

  19. Rastreamento de lesões precursoras do carcinoma espino-celular anal em indivíduos portadores do HIV Tracking precursor lesions of anal squamous cell carcinoma in individuals with HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caio Sergio Rizkallah Nahas

    2011-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O carcinoma espino-celular do canal anal é doença que atinge os adultos de meia idade e corresponde a 4% dos cânceres do trato gastrointestinal baixo. Na população geral a incidência é de 1 em 100.000 habitantes, e entre os homens que fazem sexo com homens essa incidência atinge 35 por 100.000 habitantes, sendo que os portadores de HIV têm esse risco duplicado (70 por 100.000 habitantes. MÉTODO: Foi realizada revisão da literatura com consulta nos periódicos das bases Medline/Pubmed, Scielo e Lilacs cruzando os descritores Rastreamento, Lesões pré-cancerosas, Neoplasias do ânus e HIV. Além da revisão bibliográfica, foi adicionada a este trabalho a experiência pessoal dos autores, e a obtida no Departamento de Gastroenterologia - Divisão Cirúrgica, no ICESP - Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octávio Frias de Oliveira, no Departamento de Moléstias Infeciosas - Casa da AIDS e no Serviço de Coloproctologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, SP, Brasil. CONCLUSÕES: HIV+ é um grande fator de risco no desenvolvimento de carcinoma espino-celular anal em indivíduos infectados por HPV. A avaliação desses pacientes não deve se restringir à erradicação de condilomas, mas principalmente incluir o rastreamento de lesões displásicas subclínicas potencialmente neoplásicas. Apesar dos métodos de rastreamento ainda não serem ideais, o grande benefício do rastreamento baseia-se no fato de oferecer acompanhamento rigoroso, tornando possível à prevenção ou detecção cada vez mais precoce do carcinoma espino-celular anal.INTRODUCTION: Squamous cell carcinoma of the anal canal is a disease that affects the middle-aged adults and accounts for 4% of cancers of the gastrointestinal tract below. In the general population the incidence is 1 in 100,000, and among men who have sex with men the incidence is 35 per 100,000 inhabitants, those with HIV have doubled this risk (70 per 100

  20. Risco cardiovascular: marcadores antropométricos, clínicos e dietéticos em indivíduos infectados pelo vírus HIV Cardiovascular risk: anthropometric, clinical and dietary markers in HIV-infected persons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luísa Helena Maia Leite

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever marcadores antropométricos, clínicos e dietéticos associados ao risco cardiovascular em indivíduos infectados pelo vírus HIV. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal com 100 indivíduos, adultos, com HIV/Aids, da cidade do Rio de Janeiro. O risco cardiovascular foi estimado pelo escore de risco de Framingham. O consumo alimentar foi avaliado por meio de um recordatório de 24 horas e de uma lista de frequência de consumo de alimentos. Para comparar variáveis, foram utilizados o teste t de Student e o teste Qui-quadrado. RESULTADOS: Dentre os indivíduos avaliados, 63% eram homens, com idade média de 41,8, DP=9,6 anos, 77% faziam uso de antirretrovirais. Escore de risco de Framingham >10% foi identificado em 53% dos indivíduos. Os principais fatores de risco cardiovascular potencialmente modificáveis identificados foram: lipoproteína de alta densidade baixo (70%, hipercolesterolemia (35%, hipertensão arterial (35%, seguidos de tabagismo (23% e glicose alta (21%. Indivíduos com escore de risco de Framingham >10% apresentavam uma tendência para consumir dietas mais ricas em colesterol (p=0,720, em sódio (p=0,898, em açúcares/doces (p=0,032 e pobres em fibras (p=0,273, associadas a um maior consumo de bebidas alcoólicas (p=0,053. A avaliação dos hábitos de vida revelou maior prevalência de tabagismo e maior nível de sedentarismo no grupo com escore de risco de Framingham >10, porém não significativos. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo mostram que pacientes com HIV/Aids sob terapia Highly Active Antiretroviral Therapy e com mais altos escore de risco de Framingham não seguem as medidas preventivas contra doenças cardiovasculares e devem ser permanentemente encorajados a fazer escolhas alimentares saudáveis, parar de fumar e aumentar a atividade física.OBJECTIVE: This study described the anthropometric, clinical and dietary markers associated with cardiovascular risk in HIV-infected persons

  1. Hepatites B e C em usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV em São Paulo, Brasil Hepatitis B and C among injecting drug users living with HIV in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Mattos Marchesini

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil de usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV/Aids e estimar a prevalência de hepatites B e C nesse grupo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 205 pessoas vivendo com HIV/Aids, usuários de drogas injetáveis em acompanhamento em três unidades de atendimento da rede pública do Município de São Paulo, em 2003. Foi selecionada amostra não-probabilística, obtida de forma consecutiva e voluntária, nos dias em que compareciam para consulta nas unidades de atendimento. Por meio de entrevistas, foram levantados dados pessoais e informações sobre comportamento sexual, uso de drogas e conhecimento de hepatites. Foram realizados testes para detecção da infecção pelos vírus das hepatites B e C. RESULTADOS: Dos entrevistados, 81% eram homens e 19% mulheres, com idade média de 39 anos (dp=6,1 e seis anos de educação formal (dp=2,0. Não havia diferença em relação ao estado marital entre os sexos, 48% eram solteiros, 42% casados e 8% divorciados. A idade média do primeiro uso de tabaco, álcool e drogas ilícitas foi 13, 15 e 18 anos, respectivamente. Prevalências de hepatites B e C foram, respectivamente, de 55% (IC 95%: 49;63 e 83% (IC 95%: 78;88. Antes de usar droga injetável pela primeira vez, 80% dos respondentes não tinham ouvido falar de hepatites B e C. CONCLUSÕES: A alta prevalência de hepatites B e C e o baixo nível de conhecimento sobre a doença justificam a inclusão de esclarecimentos sobre as infecções hepáticas e de vacinação contra hepatite B nas estratégias de redução de danos pelo HIV.OBJECTIVE: To describe the profile of injecting drug users living with HIV/AIDS and estimate hepatitis B and hepatitis C prevalence rates within this group. METHODS: Cross-sectional study conducted with 205 injecting drug users living with HIV/AIDS receiving attention in three public health clinics in the city of Sao Paulo, in 2003. A non-probabilistic sample of volunteers was

  2. Avaliação dos riscos da infecção pelo HIV segundo diferentes práticas sexuais na perspectiva de estudantes universitários e especialistas em HIV/AIDS An evaluation of risks of HIV infection according to different sexual practices considering the undergraduation students and HIV/AIDS experts' perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elucir Gir

    1999-03-01

    Full Text Available Avaliar as crenças acerca dos graus e riscos atribuídos pelos universitários a diferentes práticas sexuais e comparálas com a atribuição feita por especialistas em AIDS, constituíram o objetivo deste estudo. Um questionário composto por 25 itens (Escala de Probabilidade do tipo Likert, referentes à práticas/hábitos sexuais foi aplicado a alunos dos cursos de graduação em Enfermagem e Obstetrícia, Medicina, Psicologia, Farmácia-Bioquímica, que aquiesceram em respondê-lo. Através deanálise fatorial, usando-se o Sistema Varimax de Rotação, 25 itens foram distribuídos em sete fatores, sendo cinco itens excluídos. Dos 20 itens, 5 foram analisados neste trabalho, compondo dois fatores. O Fator X foi constituído pelos itens 1(sexo vaginal com preservativo e 2(sexo anal com preservativo. No Fator Y foram alocados os itens: 3(relação com pessoa do sexo oposto, 4(relação vaginal sem preservativo e 5(sexo anal sem preservativo. Em 80% dos 5 itens, observou-se que os estudantes apresentam conhecimento compatível ao preconizado pelos especialistas. Entretanto faz-se necessária a educação continuada a estes alunos, considerando-os enquanto pessoa e futuro profissional prestador de assistência aos indivíduos infectados pelo HIV ou com AIDS.To detect the beliefs concerning the risk levels related to several sexual practices/habits and the HIV infection among undergraduate students and to compare their opinion with the AIDS experts were the objectives of this study. A 25- item questionnaire (Likert Probability Scale about sexual practices/habits were answered by undergraduate students enrolled in the courses of nursing, medical school, pharmacy-biochemistry, psychology. Based on Fatorial analysis and by using the Varimax Rotation System, 25 itens were distributed in 7 factors, and 5 itens were excluded. From the 20 itens, 5 were reunited in 2 factors and studied in this paper. Factor X reunited the itens 1 (vaginal intercourse

  3. Falhas na identificação da infecção pelo HIV durante a gravidez em São Paulo, SP, 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HHS Marques

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O aumento de casos de Aids em mulheres no Estado de São Paulo desencadeou uma série de medidas para reduzir a transmissão materno-infantil do HIV. Assim, realizou-se estudo com o objetivo de avaliar falhas na implantação dessas medidas, do ponto de vista da cobertura e da qualidade do pré-natal, em serviços de referência que atendem mulheres soropositivas no Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas, por meio de questionário estruturado, todas as mulheres soropositivas de três cidades do Estado de São Paulo (São Paulo, Santos e São José do Rio Preto. Todas as mulheres possuíam no mínimo 18 anos de idade, tiveram filhos em 1998 e fizeram consulta com infectologista (ela mesma ou seu filho. As mulheres foram avaliadas quanto à realização do pré-natal e ao conhecimento da soropositividade para o HIV antes, durante ou após a gestação. RESULTADOS: Do total de 116 mulheres, 109 (94% fizeram pré-natal, 64% procuraram os serviços durante o primeiro trimestre, e o número de consultas foi de pelo menos três em 80% dos casos. A idade média das mulheres que fizeram pré-natal foi de 29,1 anos, estatisticamente maior do que a das mulheres que não o fizeram (24,3 anos. Sabiam ser soropositivas antes de engravidar 45% das mulheres, 38% souberam durante a gravidez, e 17%, após o nascimento da criança. O teste para o HIV foi oferecido para 82% das mulheres que não conheciam seu status sorológico. Destas, apenas 56% receberam explicação sobre a importância do teste. As unidades básicas de saúde (UBS foram os locais onde a informação menos ajudou a conhecer o risco para a criança (p=0,037 e a necessidade de tratamento (p=0,0142. CONCLUSÕES: As principais falhas identificadas foram o não-oferecimento do teste HIV durante a gestação e a inadequada qualidade da informação. O principal local de atendimento para essas pessoas são as UBS. Estas foram as que menos contribuíram para a compreensão dos

  4. Caracterização molecular de bastonetes Gram positivos irregulares e actinomicetos aeróbios obtidos de espécimes clínicos, de ensaios de esterilidade e de áreas limpas

    OpenAIRE

    Paulo Victor Pereira Baio

    2013-01-01

    Os bastonetes Gram positivos irregulares (BGPIs) compõem um grupo de espécies bacterianas com ampla diversidade fenotípica e que podem estar presente no meio ambiente, na microbiota humana e de animais. A identificação acurada de BGPIs em nível de gênero e espécie empregando métodos bioquímicos convencionais é bastante limitada, sendo recomendado, portanto, o uso de técnicas moleculares. No presente estudo, foram identificadas amostras de BGPIs oriundas de espécimes clínicos de humanos, de pr...

  5. Avaliação de ensaio molecular para determinação de carga viral em indivíduos sorologicamente negativos para o HIV-1 Evaluation of a molecular assay for determining viral load on HIV-1 antibody negative patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Moreira Pereira

    2002-01-01

    Full Text Available O teste de carga viral foi concebido para acompanhar a evolução e o tratamento do paciente com diagnóstico confirmado de HIV-1. Contudo, sua especificidade diagnóstica não foi ainda avaliada em pessoas que apresentam um teste sorológico negativo. Mesmo assim, ele tem sido erroneamente utilizado para o diagnóstico da infecção primária pelo HIV-1. Este trabalho relata quatro pacientes em que a carga viral plasmática NucliSens (Organon Teknika foi repetidamente positiva na ausência de anticorpos para HIV e chama atenção para o fato de que a carga viral abaixo de 10 mil cópias/ml é de difícil interpretação, como tem sido assinalado em numerosos artigos, em que foram utilizadas outras metodologias.The plasma viral load test for HIV-1,a exquisitely high sensitive assay, were neither developed nor evaluated for the diagnosis of primary HIV infection; therefore, their diagnostic specificity is not well delineated when applied to persons who are negative for HIV antibody. This article reported four cases of false positive results obtained by using NucliSens viral load assay (Organon Teknika and emphasize the importance that low positive plasma viral load (< 10 000 copies/ml may be difficult to interpret how has been assinalated in numerous articles in the medical literature, using other methodologies.

  6. Discursos sobre la responsabilidad sexual en hombres VIH-positivos que tienen sexo con hombres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Percy Fernández-Dávila

    2013-01-01

    Full Text Available Fundamentos: Entre los hombres VIH-positivos que tienen sexo con hombres (HSH VIH-positivos se vienen reportando elevadas tasas de prácticas sexuales de riesgo, lo que lleva a preguntarnos sobre las ideas del cuidado sexual que existen en este colectivo para evitar la transmisión y/o reinfección del VIH y otras ITS. Este estudio buscó comprender los discursos que sobre la responsabilidad sexual tienen es- tos hombres. Método: Se realizó un estudio cualitativo. Participaron 78 hombres (27-65 años, 35 en entrevistas individuales y 43 en cinco grupos de discusión, en las ciudades de Barcelona, Madrid y Palma de Mallorca, entre 2007 y 2008. Se estableció como criterio de selección que hubieran transcurrido 18 meses desde el diagnóstico del VIH. El enfoque utilizado para analizar los datos fue la Teoría Fundamentada. Resultados: Entre los participantes se diferenciaron tres tipos de discurso respecto a la responsabilidad sexual: (1 Responsabilidad única: el sujeto seropositivo es el que debe cuidarse para cuidar a otros. Se fundamenta en un posicionamiento ético (altruista en el que el deber y la obligación por proteger a los otros está por encima de todo. (2 Responsabilidad compartida: ambas partes deciden y/o consienten tener una relación sexual de riesgo aunque los que esgrimen este discurso en la práctica terminen asumiendo toda la carga de la responsabilidad. Y (3 Responsabilidad individual: cada uno vela por el cuidado de sí mismo, aunque el tipo de vínculo emocional con otras personas podría afectar la decisión de cuidarse o no (existe algún tipo de compromiso de proteger a alguien cuando se siente algo por esa persona. Conclusiones: La conducta de cuidado sexual de los HSH VIH-positivos estuvo orientaba en base a los tres discursos sobre la responsabilidad. Estos discursos estuvieron influenciados por diversos factores: conciencia moral, el contexto sexual, el tipo de pareja sexual y el revelamiento del seroestatus.

  7. Modelo teórico de exposição a risco para transmissão do vírus HIV em usuários de drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pechansky Flavio

    2001-01-01

    Full Text Available Descrevendo inicialmente as dificuldades na abordagem da Aids e da transmissão do HIV atualmente - em particular com usuários de drogas -, o autor ilustra alguns modelos teóricos relativos ao uso e abuso de substâncias e à exposição ao HIV. Descreve as teorias de aprendizado social como a base para a compreensão dos comportamentos associados ao uso de drogas, ressaltando a importância do meio como fator de risco. O modelo clássico de Crenças em Saúde é também ilustrado, ressaltando-se que esta é a base para o desenvolvimento de programas preventivos associados à Aids. Finalmente, baseando-se nos modelos descritos, o autor propõe um modelo original sobre a exposição ao HIV em usuários de drogas, no qual elementos relativos à informação, à escolaridade, ao gênero e à idade direcionam e interferem nas atitudes associadas ao uso de drogas e à percepção do risco envolvido, gerando um efeito em cascata que culmina no aumento da contaminação nesses indivíduos.

  8. Lipid profile of HIV-infected patients in relation to antiretroviral therapy: a review Perfil lipídico de pacientes infectados pelo HIV em relação à terapia antirretroviral: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suelen Jorge Souza

    2013-04-01

    Full Text Available This study reviewed the lipid profile of human immunodeficiency virus/acquired immunodeficiency syndrome (HIV/AIDS patients in relation to use of antiretroviral therapy (ART, and its different classes of drugs. A total of 190 articles published in peer-reviewed journals were retrieved from PubMed and LILACS databases; 88 of them met the selection criteria and were included in the review. Patients with HIV/AIDS without ART presented an increase of triglycerides and decreases of total cholesterol, low density lipoprotein (LDL-c, and high density lipoprotein (HDL-c levels. Distinct ART regimens appear to promote different alterations in lipid metabolism. Protease inhibitors, particularly indinavir and lopinavir, were commonly associated with hypercholesterolemia, high LDL-c, low HDL-c, and hypertriglyceridemia. The protease inhibitor atazanavir is apparently associated with a more advantageous lipid profile. Some nucleoside reverse-transcriptase inhibitors (didanosine, stavudine, and zidovudine induced lipoatrophy and hypertriglyceridemia, whereas abacavir increased the risk of cardiovascular diseases even in the absence of apparent lipid disorders, and tenofovir resulted in lower levels of cholesterol and triglycerides. Although non-nucleoside reverse-transcriptase inhibitors predisposed to hypertriglyceridemia and hypercholesterolemia, nevirapine was particularly associated with high HDL-c levels, a protective factor against cardiovascular diseases. Therefore, the infection itself, different classes of drugs, and some drugs from the same class of ART appear to exert distinct alterations in lipid metabolism.Este estudo faz uma revisão sobre o perfil lipídico de pacientes com vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida (HIV/AIDS em relação ao uso da terapia antirretroviral (TARV, e suas diferentes classes de fármacos. Um total de 190 artigos publicados em revistas indexadas foram selecionados das bases de dados

  9. Detecção de Mycoplasma genitalium, M. fermentans e M. penetrans em pacientes com sintomas de uretrite e em indivíduos infectados pelo HIV-1 no Brasil Detection of Mycoplasma genitalium, M. fermentans and M. penetrans in patients with symptoms of urethritis and in HIV-1 infected persons in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caio Mauricio Mendes de Cordova

    2002-01-01

    Full Text Available Neste trabalho investigamos a prevalência de três espécies de micoplasma recém-identificadas como patógenos humanos, M. genitalium, implicado em casos de uretrite não-gonocócica, e M. fermentans e M. penetrans, isolados de pacientes imunodeprimidos, e das duas espécies mais freqüentes no trato geniturinário, M. hominis e U. urealyticum. Foram estudados 110 pacientes com sintomas de uretrite (grupo A e 106 indivíduos infectados pelo HIV-1 (grupo B. M. genitalium foi detectado em 10,9% das amostras de raspado uretral do grupo A, e em 1,9% das amostras de raspado uretral e 0,9% das amostras de urina do grupo B. M. fermentans foi detectado em 0,9% e 5,7% das amostras de raspado uretral dos grupos A e B, respectivamente. M. penetrans foi detectado em 6,6% das amostras de urina somente do grupo B. M. hominis e U. urealyticum tiveram taxas de infecção de 0,9% e 14,5% no grupo A, e de 7,5% e 18,9% no grupo B, respectivamente. A relevante prevalência da infecção por estas novas espécies, em comparação aos micoplasmas mais conhecidos do trato urogenital, sugere que a magnitude do papel destes microrganismos no âmbito das doenças sexualmente transmissíveis (DST e da infecção pelo HIV pode estar sendo subestimada em nossa população.In this work the prevalence of three mycoplasma species recently identified as human pathogens was investigated: M. genitalium, involved in cases of non-gonococcal urethritis, and M. fermentans and M. penetrans, isolated from immunosupressed individuals, and the 2 species more frequently isolated from the urogenital tract: M. hominis and U. urealyticum. Studied groups were composed by 110 patients with symptoms of urethritis (group A and 106 HIV-1-infected individuals (group B. M. genitalium was detected in 10.9% of the urethral swab samples from the group A, and in 1.9% of the urethral swab samples and 0.9% of the urine samples from the group B. M. fermentans was detected in 0.9% and 5.7% of the

  10. Los orígenes de la tradición del pensamiento positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Bejar

    2014-06-01

    Full Text Available Las páginas siguientes constituyen un trabajo de sociología de la cultura. En ellas se analiza críticamente la primera etapa de la tradición del pensamiento positivo que se desarrolla desde finales del siglo XIX a la actual psicología positiva. El artículo se enmarca dentro de una crítica cultural (en la línea de Norbert Elias al llamado “evangelio psicoterapeútico”, que gira en torno a un ideal de felicidad puramente psicológico y culturalmente obligatorio. Para este trabajo el género de autoayuda es crucial como medio de difusión de pautas y modelos culturales.

  11. Impacto de las redes sociales e internet en la adolescencia: aspectos positivos y negativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. Elías Arab, Dr.

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta una revisión teórica del impacto, tanto positivo como negativo, de las redes sociales en los adoles- centes y de la relación directa entre esto y el uso o abuso de las nuevas tecnologías. A su vez, se establece el vínculo entre las formas de utilizarlas y las características psicológi- cas individuales, los desarrollos previos de personalidad y el control parental. Se toma como punto de partida el desa- rrollo adolescente asociado a la construcción de la identidad juvenil en el contexto de un nuevo paradigma comunica- cional (cibercomunicación, donde el límite entre lo públi- co y lo privado se torna cada vez más difuso. Se expone la terminología propia de las redes sociales y se pone énfasis en las estrategias de supervisión y control adulto. Se deta- llan los aspectos positivos que las nuevas tecnologías ofre- cen (diversas oportunidades de aprendizaje, entretención, socialización, desarrollo de habilidades, creatividad y me- jora de la motivación al aprendizaje especialmente en ado- lescentes, entre otros y los aspectos negativos asociados (distanciamiento afectivo, pérdida de límites en la comuni- cación y pérdida de la capacidad de escucha, entre otros. Este artículo destaca la necesidad de entregar y estimular modelos de comunicación social reales y una educación en el uso de las nuevas tecnologías. El objetivo es actualizar y orientar a profesionales de la salud sobre los aspectos posi- tivos y/o negativos de las redes sociales en los adolescentes.

  12. Socio-demographic and epidemiological characteristics associated with human immunodeficiency virus type I (HIV-1 infection in HIV-1-explosed but uninfected individuals, and in HIV-1-infected patients from a southern brasilian population Características sociodemográficas e epidemiológicas associadas com a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1 em indivíduos expostos ao HIV-1 mas não infectados e em pacientes infectados pelo HIV-1, provenientes da população da região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Maria Vissoci Reiche

    2005-10-01

    Full Text Available The ability to control human immunodeficiency virus type 1 (HIV-1 infection and progression of the disease is regulated by host and viral factors. This cross-sectional study describes the socio-demographic and epidemiological characteristics associated with HIV-1 infection in 1,061 subjects attended in Londrina and region, south of Brazil: 136 healthy individuals (Group 1, 147 HIV-1-exposed but uninfected individuals (Group 2, 161 HIV-1-infected asymptomatic patients (Group 3, and 617 patients with AIDS (Group 4. Data were obtained by a standardized questionnaire and serological tests. The age of the individuals ranged from 15.1 to 79.5 years, 54.0% and 56.1% of the Groups 3 and 4 patients, respectively, were men. The major features of groups 2, 3, and 4 were a predominance of education level up to secondary school (55.8%, 60.2% and 62.4%, respectively, sexual route of exposure (88.4%, 87.0% and 82.0%, respectively, heterosexual behavior (91.8%, 75.2% and 83.7%, respectively, and previous sexually transmitted diseases (20.4%, 32.5%, and 38.1%, respectively. The patients with AIDS showed the highest rates of seropositivity for syphilis (25.6%, of anti-HCV (22.3%, and anti-HTLV I/II obtained by two serological screening tests (6.2% and 6.8%, respectively. The results documenting the predominant characteristics for HIV-1 infection among residents of Londrina and region, could be useful for the improvement of current HIV-1 prevention, monitoring and therapeutic programs targeted at this population.Este estudo transversal descreve as principais características sociodemográficas e epidemiológicas associadas com a infecção pelo HIV-1 em 1.061 indivíduos atendidos em Londrina e região, Sul do Brasil: 136 indivíduos saudáveis (Grupo 1, 147 indivíduos expostos ao HIV-1 mas não infectados (Grupo 2, 161 pacientes infectados pelo HIV-1 assintomáticos (Grupo 3 e 617 pacientes com aids (Grupo 4. Os dados foram obtidos pela aplicação de um

  13. Resultados positivos do lavado broncoalveolar e das culturas quantitativas na suspeita da pneumonia tardia associada ao ventilador – estudo retrospectivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.P. Vaz

    2011-05-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: O lavado broncoalveolar (LBA com culturas quantitativas tem sido utilizado no sentido de permitir um aumento da especificidade diagnóstica da pneumonia associada ao ventilador (PAV, embora a técnica padrão para o diagnóstico definitivo desta entidade permaneça controversa. Objectivos: Avaliar a influência dos resultados positivos do LBA e das culturas quantitativas no diagnóstico microbiológico e no tratamento de doentes com suspeita de PAV tardia e antibioterapia prévia. Material e Métodos: Análise retrospectiva de doentes em unidade de cuidados intensivos (UCI polivalentes, com suspeita de PAV tardia e antibioterapia prévia, que apresentaram crescimento cultural nos LBA efectuados durante o período de um ano. Resultados: Dos 243 LBA realizados, obtiveram-se 71 (29,2% resultados positivos (60 doentes, 76,7% do sexo masculino, 54 ± 19 anos. O LBA foi realizado em mediana após 13 dias de ventilação invasiva, 11 dias de antibioterapia na UCI e no dia em que se instituiu um novo antibiótico perante a suspeita de PAV. Foi efectuada contagem de unidades formadoras de colónias (UFC/ml em 71,8% e simultaneamente obtido aspirado endotraqueal (AET para análise qualitativa em 85,9%. Verificou-se mudança terapêutica em 38,0%: correcção terapêutica (16,9%, descalação (12,7% e início de antibioterapia dirigida (8,4%. As alterações terapêuticas foram efectuadas na presença de >104 UFC em 84,2% e em concordância com o AET em 70,8%. Nos casos em que se verificou manutenção da antibioterapia (62,0% as culturas quantitativas teriam permitido descalação em 9,1%. A alteração na prescrição foi mais frequente na presença de >104 UFC (48,5%, do que nas situações em que as contagens de UFC foram inferiores ou a análise do LBA qualitativa (28,9%, p = 0,091. Não se verificaram diferen

  14. Atuação de estudantes de enfermagem em um centro de orientação e aconselhamento (COAS para HIV: relato de experiência Actuación de estudiantes de enfermería en un centro de orientación y consejería (COAS para HIV: relato de experiencia Describes the experience of nursing students in a center of testing na counseling that offers anti-HIV test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Raquel de Souza Cappi

    2001-01-01

    Full Text Available Relata-se a experiência de graduandos de enfermagem num Centro de Orientação e Apoio Sorológico (COAS para a realização do teste anti-HIV. Objetivos: descrever a experiência; identificar fatores dificultadores e facilitadores na realização do aconselhamento. As dificuldades: o preparo insuficiente para abordar aspectos sobre a sexualidade, a insegurança na tomada de condutas, o preconceito frente a diferentes práticas sexuais, o tempo exíguo para o estabelecimento de vínculos e a ansiedade ao comunicar os resultados positivos. As facilidades: a receptividade da equipe, sua disponibilidade para descrever o funcionamento do serviço, orientar e esclarecer dúvidas surgidas durante o desenvolvimento do trabalho; a realização das palestras, bem como a existência de impressos utilizados no aconselhamento pré e pós teste e a disponibilidade de recursos educativos, como as fitas de vídeo.Se relata la experiencia de estudiantes de enfermería en un Centro de Orientación y Apoyo (COAS para la realización de la prueba anti-HIV. Objetivos: Describir la experiencia, identificar factores limitantes y facilitadores en la realización de la consejería. Las dificultades: La preparación insuficiente para abordar aspectos sobre la sexualidad, la inseguridad en la toma de conductas, el preconcepto frente a diferentes prácticas sexuales, el poco tiempo para el establecimiento de vínculos y la ansiedad al comunicar los resultados positivos. Las facilidades: La receptividad del equipo, su disponibilidad para describir el funcionamiento del servicio, orientar y establecer dudas surgidas durante el desarrollo del trabajo; la realización de las charlas educativas, así como también la existencia de material impreso utilizado en la consejería antes y después de la prueba y la disponibilidad de recursos educativos, tales como, películas de vídeo.The paper describes the experience of undergraduated nursing students in a Center of Testing and

  15. Síndrome de Parsonage-Turner: relato de caso em paciente HIV soropositivo Parsonage-Turner Syndrome: case report of a HIV seropositive patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saulo Gomes de Oliveira

    2010-01-01

    Full Text Available A síndrome de Parsonage-Turner é uma doença rara que acomete a musculatura da cintura escapular levando à hipotrofia muscular e grande déficit motor. A etiologia é indeterminada; acredita-se que existam fatores infecciosos e autoimunes envolvidos. O diagnóstico é de exceção, e os principais diagnósticos diferenciais são hérnias discais cervicais, lesões do manguito rotador e doenças reumáticas. Na investigação diagnóstica realizamos exames laboratoriais, radiografias e ressonância magnética dos ombros e da coluna cervical com destaque para a eletroneuromiografia auxiliando no diagnóstico definitivo. Por se tratar de uma doença raramente associada à soropositividade do vírus HIV e pela importância do diagnóstico precoce para o melhor tratamento destes pacientes é que relatamos este caso.The Parsonage-Turner Syndrome is a rare disease that affects the muscles of the scapular girdle, leading to muscular atrophy and a large motor deficit. The etiology is unknown, but it is believed that infectious and autoimmune factors are involved. The diagnosis is made by exclusion, and the main differential diagnoses are cervical disc hernias, rotator cuff injuries and rheumatic diseases. During diagnostic research, we conducted laboratory tests, radiographs and MRI of the shoulder and cervical spine, with particular reference to electroneuromyography to help generate a definitive diagnosis. This case report is presented because it shows a disease that is rarely associated with HIV seropositivity and the importance of early diagnosis for better treatment of these patients.

  16. Comparison among dental, skeletal and chronological development in HIV-positive children: a radiographic study Comparação entre o desenvolvimento dentário, ósseo e cronológico em crianças HIV+: estudo radiográfico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Maria Holderbaum

    2005-09-01

    Full Text Available The goal of this study was to evaluate skeletal, dental and chronological development in an HIV-positive group of children, as compared with a control group, during a four-year period. Panoramic radiographs and hand and wrist radiographs of 60 children were taken. The children, of both sexes, aged 5 years and 2 months to 15 years and 5 months, were selected as follows: 30 HIV-positive volunteers who had acquired the disease vertically, and 30 volunteers who did not present the HIV infection or any other systemic disease. All radiographs were technically standardized and analyzed according to criteria established by Nolla (dental age, Greulich and Pyle (bone age, and Eklöf and Ringertz (bone age. The results were submitted to Student's t-test at a 5% level of significance. Based on the comparison between the chronological age and the dental or the skeletal age, significant differences were observed between HIV-positive and HIV-negative children, both in 1999 and in 2003 (p Este trabalho teve como objetivo avaliar, em um intervalo de quatro anos, o desenvolvimento ósseo, dentário e cronológico de um grupo de crianças portadoras do HIV, comparando-o com um grupo controle. Foram realizadas radiografias panorâmica e de mão e punho, de uma amostra de 60 crianças, com idades variando entre 5 anos e 2 meses e 15 anos e 5 meses, dos sexos feminino e masculino, sendo: 30 crianças, voluntárias, portadoras de infecção pelo HIV, adquirida verticalmente, e 30 crianças voluntárias, que não apresentavam infecção pelo HIV ou qualquer outra doença sistêmica. Todas as radiografias foram padronizadas tecnicamente e analisadas segundo os critérios dos métodos de Nolla (idade dentária, Greulich e Pyle (idade óssea e Eklöf e Ringertz (idade óssea. Os resultados foram submetidos ao teste estatístico t-Student em um nível de significância de 5%. Verificou-se, através da comparação da idade cronológica com as idades dentária e óssea, que

  17. A enfermeira obstétrica e a prevenção no risco ocupacional de contaminação pelo vírus HIV em centro obstétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    1989-12-01

    Full Text Available Mostra a preocupação das instituições de saúde frente ao risco ocupacional de contaminação pelo HIV em Centro Obstétrico. Analisa o papel da enfermeira obstétrica e sugere procedimentos para a diminuição do risco de contaminação pessoal no atendimento à parturiente e ao recém-nascido.

  18. Mulheres e HIV/SIDA: Os Silêncios e as Vozes em Moçambique ...

    African Journals Online (AJOL)

    Esta epidemia toma rumos opostos em relação às políticas de saúde adotadas pelos três países, aproximando-se, todavia, quando se analisam os impactos da SIDA em situações de vulnerabilidade frente à pobreza, desigualdades de género e raça. A dimensão é distinta nesses países. Contudo a expressão da vivência ...

  19. <em>Angiostrongylus vasorumem> in red foxes (<em>Vulpes vulpesem> and badgers (<em>Meles melesem> from Central and Northern Italy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Magi

    2010-06-01

    Full Text Available Abstract During 2004-2005 and 2007-2008, 189 foxes (<em>Vulpes vulpesem> and 6 badgers (<em>Meles melesem> were collected in different areas of Central Northern Italy (Piedmont, Liguria and Tuscany and examined for <em>Angiostrongylus vasorumem> infection. The prevalence of the infection was significantly different in the areas considered, with the highest values in the district of Imperia (80%, Liguria and in Montezemolo (70%, southern Piedmont; the prevalence in Tuscany was 7%. One badger collected in the area of Imperia turned out to be infected, representing the first report of the parasite in this species in Italy. Further studies are needed to evaluate the role played by fox populations as reservoirs of infection and the probability of its spreading to domestic dogs.
    Riassunto <em>Angiostrongylus vasorumem> nella volpe (<em>Vulpes vulpesem> e nel tasso (<em>Meles melesem> in Italia centro-settentrionale. Nel 2004-2005 e 2007-2008, 189 volpi (<em>Vulpes vulpesem> e 6 tassi (<em>Meles melesem> provenienti da differenti aree dell'Italia settentrionale e centrale (Piemonte, Liguria Toscana, sono stati esaminati per la ricerca di <em>Angiostrongylus vasorumem>. La prevalenza del nematode è risultata significativamente diversa nelle varie zone, con valori elevati nelle zone di Imperia (80% e di Montezemolo (70%, provincia di Cuneo; la prevalenza in Toscana è risultata del 7%. Un tasso proveniente dall'area di Imperia è risultato positivo per A. vasorum; questa è la prima segnalazione del parassita in tale specie in Italia. Ulteriori studi sono necessari per valutare il potenziale della volpe come serbatoio e la possibilità di diffusione della parassitosi ai cani domestici.

    doi:10.4404/hystrix-20.2-4442

  20. Fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes com o vírus da hepatite C Risk factors for HIV infection among patients infected with hepatitis C virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Campos Mendonça Silva

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os vírus da imunodeficiência humana e o vírus da hepatite C apresentam fatores de transmissão em comum. Atualmente, há alta freqüência da co-infecção, principalmente em indivíduos usuários de drogas injetáveis e com história de transfusões. O objetivo do estudo foi avaliar os fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. MÉTODOS: Trata-se de estudo epidemiológico do tipo caso-controle, realizado com 118 pacientes (casos infectados pelos vírus HIV e vírus da hepatite C e 233 pacientes (controles infectados somente pelo vírus da hepatite C. Entre janeiro de 1999 a novembro de 2001, os pacientes foram submetidos a questionário sobre características sociodemográficas, profissionais, e principais fatores de risco para infecção pelos vírus. Após descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise univariada, e em seguida à análise de regressão logística para variáveis selecionadas pelo teste da razão da máxima verossimilhança. RESULTADOS: A co-infecção está associada ao sexo feminino (OR=2,89; IC 95%: 1,16-7,08, aos estados civis separado/viúvo (OR=3,91; IC 95%: 1,34-11,35, ao uso pregresso ou atual de drogas ilícitas (OR=3,96; IC 95%: 1,55-0,13 e ao hábito de compartilhar canudos ou seringas (OR=10,28; IC 95%: 4,00-6,42. CONCLUSÕES: Em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C, o sexo feminino é fator de risco para a infecção pelo HIV quando ajustado à variável compartilhar canudos ou seringas. Os estados civis separado/viúvo, uso de drogas ilícitas e hábito de compartilhar canudos ou seringas são, também, fatores associados ao risco para esta co-infecção.OBJECTIVE: Human immunodeficiency virus and hepatitis C virus share the same routes of transmission. Currently, there is a high frequency of co-infection worldwide, especially among users of injectable drugs and in subjects with history of blood transfusions. The aim of

  1. Prevalência e vulnerabilidade à infecção pelo HIV de moradores de rua em São Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Grangeiro

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prevalência e o perfil de vulnerabilidade ao HIV de moradores de rua. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra não probabilística de 1.405 moradores de rua usuários de instituições de acolhimento de São Paulo, SP, de 2006 a 2007. Foi realizado teste anti-HIV e aplicado questionário estruturado. O perfil de vulnerabilidade foi analisado pela frequência do uso do preservativo, considerando mais vulneráveis os que referiram o uso nunca ou às vezes. Foram utilizadas regressões logística e multinomial para estimar as medidas de efeito e intervalos de 95% de confiança. RESULTADOS: Houve predominância do sexo masculino (85,6%, média de 40,9 anos, ter cursado o ensino fundamental (72,0% e cor não branca (71,5%. A prática homo/bissexual foi referida por 15,7% e a parceria ocasional por 62,0%. O número médio de parcerias em um ano foi de 5,4 e mais da metade (55,7% referiu uso de drogas na vida, dos quais 25,7% relataram uso frequente. No total, 39,6% mencionaram ter tido uma doença sexualmente transmissível e 38,3% relataram o uso do preservativo em todas as relações sexuais. A prevalência do HIV foi de 4,9% (17,4% dos quais apresentaram também sorologia positiva para sífilis. Pouco mais da metade (55,4% tinha acesso a ações de prevenção. A maior prevalência do HIV esteve associada a ser mais jovem (OR 18 a 29 anos = 4,0 [IC95% 1,54;10,46], história de doença sexualmente transmissível (OR = 3,3 [IC95% 1,87;5,73]; prática homossexual (OR = 3,0 [IC95% 1,28;6,92] e à presença de sífilis (OR = 2,4 [IC95% 1,13;4,93]. O grupo de maior vulnerabilidade foi caracterizado por ser mulher, jovem, ter prática homossexual, número reduzido de parcerias, parceria fixa, uso de drogas e álcool e não ter acesso a ações de prevenção e apoio social. CONCLUSÕES: O impacto da epidemia entre moradores de rua é elevado, refletindo um ciclo que conjuga exclusão, vulnerabilidade social e acesso limitado

  2. HIV infection and related risk behaviors in a community of recyclable waste collectors of Santos, Brazil Infección por HIV y comportamiento de riesgo relacionados con colectores de basura de Santos, Brasil Infecção por HIV e comportamentos de risco relacionados em coletores de lixo de Santos, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauro Abrahão Rozman

    2008-10-01

    infección por HIV con los factores de riesgo establecidos y la seropositividad. RESULTADOS: Las seroprevalencias totales fueron: HIV, 8,9%; Hepatitis B, 34,4%; Hepatitis C, 12,4%; y sífilis, 18,4%. La muestra estuvo caracterizada por la predominancia de individuos del sexo masculino, con bajos niveles económicos y educacionales y sujetos a exposición parenteral y sexual al HIV y otras enfermedades transmisibles sexualmente. Los resultados del análisis multivariado indicaron que factores de riesgo unidos tanto a la exposición sexual como a la parenteral están significativamente asociados al HIV en esta comunidad. CONCLUSIONES: Las seroprevalencias encontradas en el estudio fueron aproximadamente 10 a 12 veces mayores que el promedio nacional. Estas comunidades son socialmente marginalizadas y generalmente no reconocidas por los programas nacionales como poblaciones de riesgo potencial.OBJETIVO: Estimar a soroprevalência de HIV, Hepatites B e C e sífilis e descrever os comportamentos de risco associados à sua transmissão entre coletores autônomos de lixo. MÉTODOS: Um inquérito soroepidemiológico foi conduzido na cidade de Santos (SP, em 2005. Um total de 315 indivíduos foi incluído no estudo, dos quais 253 submeteram-se a testes sorológicos para HIV, Hepatites B e C e sífilis. A análise estatística consistiu de análises uni e bivariadas (tabulação cruzada e odds ratio e análise multivariada (por regressão logística, relacionando a infecção por HIV com os fatores de risco estabelecidos e soropositividade. RESULTADOS: As soroprevalências totais foram: HIV, 8,9%; Hepatite B, 34,4%; Hepatite C, 12,4%; e sífilis, 18,4%. A amostra foi caracterizada por predominância de indivíduos do sexo masculino, com baixos níveis econômicos e educacionais e sujeitos a exposição parenteral e sexual ao HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Os resultados da análise multivariada indicaram que fatores de risco ligados tanto à exposição sexual

  3. HLA-A*31 como marcador de suscetibilidade genetica em sepse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiano Pinheiro da Silva

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Haplótipos do HLA têm sido associados a muitas doenças autoimunes, mas não foi descrita qualquer associação na sepse. O objetivo desse estudo é investigar o sistema HLA como um possível marcador de suscetibilidade genética à sepse. Métodos: Estudo prospectivo de coorte, incluindo pacientes admitidos em unidade de terapia intensiva e controles-saudáveis obtidos em lista de doadores de transplante renal. Foram excluídos pacientes abaixo dos 18 anos de idade, gestantes ou HIV positivos, pacientes com doença maligna metastática ou sob quimioterapia, pacientes com hepatopatia avançada, com condições de fim de vida. O DNA foi extraído de sangue total, e a haplotipagem de HLA foi realizada com a tecnologia MiliPlex®. Resultados: Foram incluídos 1.121 pacientes (1.078 doadores de rim, 20 pacientes com sepse grave e 23 pacientes admitidos por choque séptico entre outubro de 2010 e outubro de 2012. Os participantes positivos para HLA-A*31 tiveram risco aumentado de desenvolver sepse (OR: 2,36 IC95%: 1,26-5,35. Não foi identificada outra associação significativa, quando considerado como nível de significância o valor de p<0,01. Conclusão: A expressão de HLA-A*31 está associada ao risco de desenvolvimento de sepse.

  4. Fibrosis pulmonar asociada a vasculitis con anticuerpos anticitoplasmáticos positivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Fernández Casares

    2012-08-01

    Full Text Available Las complicaciones pulmonares más conocidas de las vasculitis con anticuerpos anticitoplasmáticos de los neutrófilos (ANCA positivos (VAA, son la hemorragia alveolar, los granulomas y la estenosis de la vía aérea. En los últimos años han aparecido algunos informes aislados que muestran la asociación con fibrosis pulmonar (FP, sugiriendo que ésta sería otra complicación de las VAA. En este trabajo informamos dos casos con dicha asociación describiendo sus características clínicas, tomográficas e inmunológicas. Dado que en la asociación de FP y VAA notificada en los últimos años, la FP puede ser su primera manifestación, podría ser necesaria la búsqueda de ANCA en pacientes con FP, como causa de la misma y por el posible desarrollo posterior de vasculitis.

  5. La escala de afecto positivo y negativo (PANAS en parejas casadas mexicanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Moral de la Rubia

    2011-01-01

    Full Text Available Se pretende traducir y validar la escala panas en población mexicana. Se empleó el método de traducción-retrotraducción. Se levantó una muestra incidental de 100 parejas casadas en Nuevo León (N = 200. Se definieron por el criterio de Cattell los dos factores esperados de Afecto Negativo (AN- 10 (a = 0.88 y Afecto Positivo (AP-10 (a = 0.84. La mayoría de los índices de ajuste por Máxima Verosimilitud fueron malos. Al reducir a cinco indicadores por factor (a = .85 en ambos, el modelo de dos factores correlacionados mostró un ajuste de bueno a adecuado. La correlación de AN-10 con depresión fue 0.60 y con ansiedad-estado 0.71. La correlación de AP-10 con bdi fue -0.24 y con ansiedad-estado -0.49. Por lo tanto, el panas posee propiedades adecuadas para su uso en México, especialmente una versión simplificada.

  6. Las normas de aplicación inmediata en la doctrina y en el derecho positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruben B. Santos Belandro

    2015-10-01

    Full Text Available  Al modelo de Estado del siglo XVIII que asumía como únicas funciones la de juez para la solución de los litigios entre los particulares y de gendarme con el objetivo de preservar lapaz pública, le sucedió en los primeros 50 años de nuestro siglo la concepción de un Estado intervencionista -denominado también welfare state o Estado Bienestar- en el que se le otorgó una mayor atención al bienestar de sus habitantes mediante una gestión directa de numerosos sectores de la economía, al privilegio en el desarrollo de aquellas áreas más deprimidas, a la distribución intencional de los recursos sociales en favor de los desprotegidos económicamente, etc (...Contenido: La doctrina.  El derecho positivo. La doctrina uruguaya. 1985-1995. La posición de Uruguay respecto de la liberalización del comercio internacional. La Ronda Uruguay del GATT y la Organización Mundial del Comercio. Conclusiones

  7. PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DA CLIENTELA DOS CENTROS DE TESTAGEM E ACONSELHAMENTO PARA O HIV EM GOIÁS – BRASIL, 1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Brunini de Souza

    2002-06-01

    Full Text Available Objetivos: Determinar e comparar o perfil sócio-demográfico, a prevalência da infecção pelo HIV e osfatores de risco da clientela dos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA de Goiânia e de Rio Verde, Goiás.Metodologia: Trata-se de estudo de corte transversal com amostra de população voluntária, que procurou oserviço para testagem anônima, confidencial e gratuita, no período de janeiro a outubro de 1998. A detecção deanticorpos anti-HIV consistiu na realização de duplo teste de ELISA (Enzyme Linked Immunossorbent Assay econfirmação sorológica por Imunofluorescência Indireta, obedecendo às recomendações do Ministério da Saúde.Os dados epidemiológicos e os resultados de laboratório foram extraídos de questionários aplicados pelosprofissionais do serviço, durante o aconselhamento pré-teste. A soroprevalência para o HIV foi calculada entre osindivíduos atendidos nos CTA de Goiânia e de Rio Verde e, a razão de prevalência (RP, com respectivosintervalos de confiança de 95% (IC 95%, foi estimada para os potenciais fatores de risco associados com ainfecção. Resultados: Foram analisados 1784 registros da demanda espontânea, sendo 1156 (64,8% de Goiâniae 628 (35,2% de Rio Verde. Quando comparada com Rio Verde, a população do CTA de Goiânia mostrou maiorproporção de mulheres, de desempregados, de indivíduos que preferiram o teste anônimo e de pessoas comhistória de testagem anterior. Em Rio Verde a exposição ao risco sexual, destacou-se entre os motivos datestagem quando comparado com Goiânia (67,5% vs. 33,2%; p 0,05. Indivíduos com escolaridade até o 1º grau apresentaram risco 2,2 (IC95% 1,1 - 4,8 vezes maior de ser infectados quando comparados com os de maior escolaridade. Tanto parapessoas que referiram testagem prévia (RP = 6,2%; IC 95% 3,3 - 11,8 como para as que procuraramanteriormente o banco de sangue (RP = 3,8; IC 95% 1,8 - 7,9 houve associação com alto risco de infecção peloHIV

  8. Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis do Rio de Janeiro e Porto Alegre Risks differences of HIV infection between injection drug users in Rio de Janeiro and Porto Alegre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel De Boni

    2005-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: No Brasil, aproximadamente 19 mil pessoas adquiriram o vírus HIV por meio do uso de drogas injetáveis desde o início da epidemia, com a soroprevalência em amostras destes usuários variando entre 25% e 65%. O objetivo deste estudo é comparar os comportamentos de risco para infecção por HIV entre amostras de usuários de cocaína injetável do Rio de Janeiro e de Porto Alegre. MÉTODOS: Comparação entre dados de estudos transversais conduzidos em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. Um grupo de 250 indivíduos que haviam utilizado cocaína injetável nos seis meses prévios à coleta respondeu ao RBA (Risk Behaviour Assessement e realizou testagem anti-HIV em ambos os centros. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significativa entre os dados demográficos, exceto entre as médias de idade (31 anos no Rio de Janeiro e 28 anos em Porto Alegre. Em Porto Alegre, houve maior uso de cocaína injetável e maior número de comportamentos de risco relacionados a este uso. No Rio de Janeiro, houve mais comportamentos sexuais de risco e uso mais freqüente de cocaína aspirada e álcool. DISCUSSÃO: Os usuários de cocaína injetável das duas regiões estudadas apresentavam freqüências diferentes nos comportamentos de risco para HIV, e estes comportamentos parecem estar relacionados com o tipo, a via e a freqüência das drogas utilizadas. Os dados foram coletados entre 1994 e 1997, quando o uso de crack era menor nestas cidades, o que pode ter alterado o padrão atual de comportamentos de risco para HIV em usuários de cocaína.INTRODUCTION: In Brazil, about 19.000 of HIV cases have been attributed to injection drug use, with the seroprevalence among such samples ranging from 25% to 65%. The aim of this study is to compare drug using and HIV risk behaviors among injection cocaine users in Rio de Janeiro and Porto Alegre. METHODS: Comparative analysis of cross-sectional data from two studies conducted in Porto Alegre and

  9. Relação entre sintomatologia psicopatológica, adesão ao tratamento e qualidade de vida na infecção HIV e AIDS Relationship among psychopathological symptoms, treatment adherence and quality of life in HIV/AIDS infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Catarina Reis

    2010-01-01

    Full Text Available O presente estudo observou a existência de relações significativas entre sintomatologia psicopatológica (BSI, adesão ao tratamento (CEAT-VIH e qualidade de vida (WHOQOL-Bref em 125 pessoas HIV-positivo/AIDS em tratamento antirretroviral, atendidos em um hospital do Porto (Portugal. A sintomatologia psicopatológica correlacionou-se negativamente com adesão ao tratamento e qualidade de vida, e a adesão ao tratamento associou-se positivamente com a qualidade de vida. O modelo preditor de adesão ao tratamento, mediante análise de regressão múltipla, incluiu a ausência de sintomatologia psicopatológica, o comportamento de retirada dos medicamentos na farmácia hospitalar e a presença de efeitos colaterais do tratamento (R² =0,30. Ademais, observou-se um efeito mediador de sintomatologia psicopatológica entre a adesão ao tratamento e a qualidade de vida das pessoas com HIV/AIDS.The study shows evidence of statistical association among psychopathological symptoms (BSI, treatment adherence (CEAT-VIH and quality of life (WHOQOL-Bref in 125 HIV-positive/AIDS patients followed at Porto Hospital (Portugal. The psychopathological symptoms present a negative correlation with treatment adherence and quality of life. On the other hand, adherence was positively correlated with quality of life. The model of adherence to the antiretroviral treatment using multiple regression analysis includes absence of psychopathological symptoms, an adherence behavior (i.e. to get the medication at the hospital's pharmacy and the experience of side effects because of medication (R² = 0.30. Besides, psychopathological symptoms have a mediation effect between adherence and quality of life in people with HIV/AIDS.

  10. Tuberculosis incidence and risk factors among patients living with HIV/AIDS in public health service institutions in Brasilia, Federal District Incidência e fatores de risco para tuberculose em pacientes vivendo com HIV/AIDS atendidos nos serviços públicos de saúde em Brasília, Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonor Henriette de Lannoy

    2008-12-01

    Full Text Available In order to estimate the incidence of and risk factors for developing tuberculosis, the clinical charts of a retrospective cohort of 281 HIV-positive adults, who were notified to the AIDS Program of the Health Department of Brasilia in 1998, were reviewed in 2003. All the patients were treatment-naive regarding antiretroviral therapy at the time of inclusion in the cohort. Twenty-nine patients were identified as having tuberculosis at the start of the study. Thirteen incident tuberculosis cases were identified during the 60 months of follow-up, with an incidence density rate of 1.24/100 person-years. Tuberculosis incidence was highest among patients with baseline CD4+ T-lymphocyte counts Para estimar a incidência e os fatores de risco para desenvolver tuberculose foram revisados em 2003 os < prontuários de uma coorte retrospectiva de 281 adultos infectados pelo HIV que foram notificados ao Programa de Aids da Secretaria de Saúde de Brasília em 1998. Todos os pacientes eram virgens de tratamento anti-retroviral no momento da inclusão na coorte. Vinte e nove pacientes foram identificados com tuberculose na avaliação basal. Treze casos incidentes de tuberculose foram identificados durante os 60 meses de seguimento com densidade de incidência de 1,24/100 pessoas-ano. A incidência de tuberculose foi maior em pacientes com contagens basal de linfócitos T CD4+ < 200 células/µl que não se encontravam em uso de terapia anti-retroviral 5,47 (IC95%=2,73 a 10,94. A análise multivariada demonstrou que a contagem basal de linfócitos T CD4+ < 200 células/µl (adjusted hazard ratio [AHR] =5,09; IC95%=1,27 to 20,37; p =0,02 e o não uso de terapia anti-retroviral (AHR=12,17; IC95%=2,6 to 56,90; p=0,001 estiveram independentemente associados a um risco maior de tuberculose.

  11. Cryptococcus gattii meningoencephalitis in an HIV-negative patient from the Peruvian Andes Meningoencefalite causada por Cryptococcus gattii em um paciente HIV-negativo procedente dos Andes Peruanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericson L. Gutierrez

    2010-08-01

    Full Text Available We report a case of an immunocompetent Peruvian patient from the Andes with a one-month history of meningoencephalitis. Cryptococcus gattii was identified from a cerebrospinal fluid culture through assimilation of D-proline and D-tryptophan as the single nitrogen source. Initially, the patient received intravenous antifungal therapy with amphotericin B. The patient was discharged 29 days after hospitalization and continued with oral fluconazole treatment for ten weeks. During this period, the patient showed clinical improvement with slight right-side residual weakness. Through this case report, we confirm the existence of this microorganism as an infectious agent in Peru.Nós reportamos o caso de um paciente peruano immunocompetente proveniente dos Andes com história de um mês com meningoencefalite. Foi identificado o Cryptococcus gattii na cultura de liquido cerebrospinal através da assimilação de D-prolina e D-tryptofano como fonte única de nitrogênio. Inicialmente, o paciente recebeu tratamento antifúngico intravenoso com amfotericina B. O paciente foi liberado 29 dias depois da hospitalização, seguindo tratamento oral durante 10 semanas com fluconazol. Durante este período, o paciente apresentou melhoria clinica e uma leve fraqueza residual direita. Com o reporte do caso, nós confirmamos a existência desse microorganismo como agente infeccioso em nosso país.

  12. Caracterização da tuberculose em portadores de HIV/AIDS em um serviço de referência de Mato Grosso do Sul Characterization of tuberculosis among HIV/AIDS patients at a referral center in Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Meinberg Cheade

    2009-04-01

    Full Text Available Investigou-se a tuberculose quanto à apresentação clínica, desfecho de tratamento e perfil sociodemográfico dos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana atendidos em 2003-2005 em um serviço de referência sulmatogrossense. Analisaram-se 66 prontuários de pacientes maiores de 14 anos e informações do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação para Tuberculose e do Sistema de Informações de Mortalidade. Predominaram indivíduos do sexo masculino, cor branca, pouca escolaridade e procedência do meio urbano. Identificou-se incremento da apresentação clínica extrapulmonar e sua relação com o comprometimento imunológico. Sobressaíram-se como formas de encerramento da tuberculose a cura (alcançada com acompanhamento mais longo que o previsto e o óbito (de seis pacientes no início do tratamento da tuberculose. Observaram-se lacunas de preenchimento nas notificações de tuberculose e nos prontuários. Detectou-se a necessidade de diagnosticar precocemente a tuberculose em soropositivos para HIV, de aperfeiçoar os registros nos prontuários e de acompanhar os casos além do período recomendado, por alteração da evolução clínica da tuberculose em co-morbidade com a infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida.Tuberculosis was investigated regarding its clinical presentation, treatment outcome and sociodemographic profile among HIV patients attended at a referral center in Mato Grosso do Sul, in 2003-2005. Sixty-six medical files on patients over 14 years of age and data from the Brazilian National Information System for Notifiable Diseases relating to tuberculosis and from the Mortality Information System were analyzed. Most of the patients were male, white, of low schooling level and from urban areas. Increased extrapulmonary clinical presentation was found and it correlated with the degree of immunological competence. The main reasons for ceasing treatment were cure (reached after longer

  13. Relação entre diagnóstico citopatológico de neoplasia intra-epitelial cervical e índices de células CD4+ e de carga viral em pacientes HIV-soropositivas Association of cervical intraepithelial neoplasia with CD4 T cell counts and viral load in HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Autran Coelho

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVVO: relacionar a gravidade de lesão cervical diagnosticada por exame citopatológico à contagem de células CD4+ e à carga viral de RNA-HIV em pacientes HIV-soropositivas. MÉTODOS: foram avaliadas retrospectivamente, por meio de revisão de prontuários, 115 pacientes HIV-positivas atendidas em ambulatório de hospital universitário, no período de janeiro de 2002 até abril de 2003. Oitenta e três casos apresentaram diagnóstico de neoplasia intra-epitelial cervical (NIC ao exame citopatológico, e trinta e dois, exames sem alterações. Todas as pacientes apresentavam contagem de células CD4+ e carga viral à época do exame. Os casos foram distribuídos quanto ao índice de células CD4+ em três grupos: CD4 acima de 500 cel/mm³, entre 200 e 500 cel/mm³ ou abaixo de 200 cel/mm³, e, em outros três grupos, quanto à carga viral de HIV: menor do que 10.000 cópias RNA-HIV/mL, entre 10.000 e 100.000 cópias RNA-HIV/mL ou maior do que 100.000 cópias RNA-HIV/mL. A verificação da hipótese de associação foi realizada por meio do teste exato de Fisher. RESULTADOS: das 83 pacientes com NIC citopatológico, 73% apresentaram contagem de células CD4+ abaixo de 500 células/mm³. Em qualquer das faixas de contagem de células CD4+, mais da metade das pacientes apresentavam NIC I citopatológico. Quanto à carga viral de HIV, 71,7% das pacientes com menor carga viral de HIV apresentaram NIC I, ao passo que 11,3% revelaram NIC III. Já no grupo com maior carga viral (100.000 cópias/mL, em 61,5% do total de pacientes o exame citopatológico foi compatível com NIC I, e 30,8% com NIC III. CONCLUSÃO: houve evidência de associação entre carga viral e NIC (p=0.013, não sendo observado o mesmo em relação à contagem de linfócitos CD4+. A presença de infecção secundária cervicovaginal foi considerada possível fator confundidor.PURPOSE: to correlate the type of cervical lesion diagnosed by Pap smear with CD4 cell counts and HIV

  14. Evaluation of HIV-Leishmania co-infection in patients from the northwestern Paraná State, Brazil = Avaliação da co-infecção HIV-Leishmania em pacientes da região noroeste do Estado do Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Élide Aparecida Oliveira

    2011-01-01

    Full Text Available Leishmaniasis occurs throughout the world and is one of the opportunistic infections that attack HIV-infected individuals. Few data are available on American cutaneous leishmaniasis (ACL in HIV-infected patients. Current research investigates the occurrence ofHIV-Leishmania co-infection in HIV-infected individuals in an endemic region in Southern of Brazil. A non-randomized transversal investigation, molecular and serum epidemiologic type, on the occurrence of ACL in 169 HIV-infected patients was undertaken. The patients were followed up at the Integrated Nucleus of Health of the city Maringá, Southern of Brazil. Results showed that 13 (7.7% of the HIV-infected patients also presented Leishmania (Viannia DNA, detectable in blood by PCR. Serology, direct research, culture and PCR in skin material produced negative results. PCR positiveness for Leishmania was not associated with CD4 T lymphocytes count, opportunistic disease, treatment, use of proteases inhibitors, tattooing/piercing or use of injectable drugs, residential environment or previous ACL history. Results show that HIVinfected patients who live in endemic areas may reveal Leishmania DNA in the blood without any ACL symptoms. Above findings may be attributed to anti-retrovirus medicine that controls viral replication and maintains the functionality of the immune system and to a possible anti- Leishmania activity of these drugs.As leishmanioses ocorrem em todo o mundo e são infecções oportunistas que afetam indivíduos portadores do vírus HIV. Este estudo investigou a ocorrência da co-infecção HIV-Leishmania em portadores do HIV numa região endêmica para LTA do Sul do Brasil. Foi realizado estudo transversal, não randomizado, utilizando metodologia molecular e sorológica, sobre a ocorrência de LTA em 169 portadores do HIV. Foram estudados pacientes atendidos no Núcleo Integrado de Saúde de Maringá, Paraná, Sul do Brasil. Observou-se que 13 (7,7% dos pacientes infectados

  15. Momento diagnóstico da infecção pelo HIV em relação à contagem de LTCD4+, carga viral e quadro clínico em um serviço especializado de Belo Horizonte de 2008 a 2010

    OpenAIRE

    Melissa Bianchetti Valentini

    2014-01-01

    Introdução: desde o início da epidemia de AIDS, na década de 1980, o Brasil adotou uma política de controle da doença baseada na prevenção, no diagnóstico precoce e no tratamento. Em 1996 foi o primeiro país em desenvolvimento a disponibilizar gratuita e universalmente a terapia antirretroviral. Como consequências desta política, houve um aumento expressivo da sobrevida das pessoas que vivem com HIV e AIDS (PVHA). Entretanto, estudos mostram que a maioria dos pacientes apresenta-se tardiament...

  16. Manifestações oculares do paciente infectado pelo HIV atendido no Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo Ocular manifestations of the HIV infected Patients at the Ophthalmology Department of São Paulo Federal University

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. T. F. Matos

    1999-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as manifestações oculares do paciente HIV positivo. MATERIAL E MÉTODOS: É um estudo retrospectivo em 1100 pacientes ambulatoriais HIV positivo em três anos com ficha padrão e exame oftalmológico completo, atendidos no Departamento de Oftalmologia da Escola Paulista de Medicina. RESULTADOS: Dos 1100 pacientes, 869 (79% eram do sexo masculino e 231 (21% do feminino. Os fatores de risco mais importantes foram: homossexualidade masculina em 303 (27,55%, heterossexualidade em 272 (24,73%, usuários de drogas endovenosas em 168 (15,27% e causa indeterminada ou não revelada em 246 (22,36%. As queixas oculares mais freqüentes foram: 432 (39,27% pacientes com baixa da acuidade visual; 138 (12,55% com embaçamento visual; 64 (5,82% com dor ocular, 186 (16,9% com queixas inespecíficas e 235 (21,36% pacientes não apresentavam qualquer queixa. As manifestações oculares mais freqüentes foram: retinite por CMV em 246 (22,36% dos pacientes; exsudatos algodonosos em 110 (10%, blefarite em 51(4,64% e toxoplasmose ocular em 48 (4,36%. CONCLUSÃO: Houve progressão da doença entre os heterossexuais e aumento da incidência no sexo feminino nesta população estudada. Os que apresentavam queixas oculares foram a maioria. A manifestação ocular mais freqüente foi a retinite por CMV em 246 (22,36%. Encontramos 10% de exsudatos algodonosos.PURPOSE: To evaluate ocular manifestations of HIV-infected patients MATERIAL AND METHODS: A restropective study of 1,100 HIV positive out patients in 3 years with a standard complete ophthalmological exam. RESULTS: Eigth hundred and sixty nine (79% of the 1,100 patients studied were male and 231 (21% female. The most important risk factors were: male homossexuality in 303 cases (27.55%, heterossexuality in 272 (24.73%, endovenous drugs use in 168 (15.27%, and unknown cause in 246 (26.36%. Related to ocular complains, we found 432 (39.27% patients with decreased visual acuity, 138 (12.55% with visual

  17. HIV/AIDS counseling: analysis based on Paulo Freire Aconsejamiento en VIH/SIDA: análisis basado en Freire Aconselhamento em HIV/AIDS: análise à luz de Paulo Freire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Corrêa Lima Miranda

    2007-02-01

    úde no aconselhamento em HIV/AIDS. Trata-se de pesquisa com característica qualitativa, inspirada na teoria e prática de Paulo Freire. Como técnica de análise, utilizou-se a análise de conteúdo de Bardin. Para o grupo estudado, o aconselhamento ainda está centrado na cognição, mesmo que já se vislumbre outros conceitos que permeiam esse momento. As principais dificuldades do aconselhamento ocorrem em relação aos clientes e à instituição. As principais facilidades estão vinculadas à equipe que, segundo o grupo, tem bom relacionamento. O aconselhamento representa um momento de sofrimento, principalmente para o aconselhador por trazer à tona densas questões existenciais. Pode-se inferir que o aconselhamento é um momento especial, entretanto, não se configura ainda como um momento educativo. Para a obtenção desse fim propõe-se uma metodologia em aconselhamento, utilizando princípios e conceitos de Paulo Freire.

  18. Aborto induzido entre mulheres em idade reprodutiva vivendo e não vivendo com HIV/aids no Brasil Induced abortion in women of reproductive age living with and without HIV/Aids in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Barbosa

    2009-08-01

    Full Text Available No presente estudo, buscou-se identificar e comparar as características das mulheres vivendo (MVHA e não vivendo com HIV/aids (MNVHA que declararam ter realizado aborto alguma vez na vida. Entre novembro de 2003 e dezembro de 2004, estudo de corte transversal foi conduzido com 1.777 MVHA e 2.045 MNVHA em treze municípios brasileiros. Após ajuste por algumas variáveis confundidoras, 13,3% das MVHA versus 11,0% das MNVHA relataram aborto induzido na vida (p>0,05. Para ambos os grupos, as variáveis que se mostraram associadas significantemente ao relato de aborto induzido após ajuste no modelo de regressão logística múltipla foram: idade, com as mulheres mais velhas relatando maiores proporções de aborto; residir na região Norte do país; idade na primeira relação sexual (até 17 anos; ter tido três ou mais parceiros sexuais na vida; ter usado drogas alguma vez na vida e ocorrência (auto-referida de doença sexualmente transmissível. Os resultados sugerem que, de forma geral, o perfil das mulheres que relataram a prática de aborto é bastante semelhante entre MVHA e MNVHA, e que os contextos associados à infecção pelo HIV e às práticas e decisões reprodutivas podem guardar similaridades.This study aimed to identify and compare the characteristics of women living (WLHA and not living with HIV/AIDS (WNLHA regarding the report of lifetime induced abortion. Data from 1,777 MVHA and 2,045 MNVHA were collected between November 2003 and December 2004 during a crosssectional study carried out in 13 municipalities of Brazil. After adjustment for confounding variables, 13.3% of MVHA versus 11.0% of MNVHA reported induced abortion in their lifetime (p>0.05. In multivariate analysis, independent correlates of lifetime induced abortion for both groups were: age, with older women reporting greater proportions of reporting induced abortion, living in the North region of Brazil, age at sexual debut (up to 17 years old, having three or more

  19. Enteric parasites in HIV-1/AIDS-infected patients from a Northwestern São Paulo reference unit in the highly active antiretroviral therapy era Enteroparasitas em pacientes infectados pelo HIV-1/AIDS em uma unidade de referência do noroeste paulista na era da terapia antirretroviral de alto impacto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Ventura Cardoso

    2011-12-01

    Full Text Available INTRODUCTION: We describe the epidemiology of intestinal parasites in patients from an AIDS reference service in Northeastern São Paulo, Brazil. METHODS: Retrospective evaluation was done for all HIV-1/AIDS-positive patients whose Hospital de Base/São José do Rio Preto laboratorial analysis was positive for enteroparasites after diagnosis of HIV-1 infection, from January 1998 to December 2008. Statistical analysis was performed using the R statistical software version 2.4.1. The level of significance adopted was 5%. RESULTS: The most frequent protozoan was Isospora belli (4.2%, followed by Giardia lamblia (3.5%, Entamoeba coli (2.8%, and Cryptosporidium parvum (0.3%. Ancylostoma duodenale (1.4% was the most frequently detected helminth, while Taenia saginata and Strongiloides stercoralis were found in 0.7% of the samples. The results showed that diarrhea was significantly associated with giardiasis and isosporiasis. However, no association was observed between CD4+ cell counts, viral load, and the characteristics of any particular parasite. CONCLUSIONS: Our data may be useful for further comparisons with other Brazilian regions and other developing countries. The data may also provide important clues toward improving the understanding, prevention, and control of enteric parasites around the world.INTRODUÇÃO: Descrevemos a epidemiologia de enteroparasitoses em pacientes de um serviço de referência de AIDS, no noroeste paulista, Brasil. MÉTODOS: Durante o período de janeiro de 1998 a dezembro de 2008, foi realizado este estudo retrospectivo por meio da análise dos prontuários dos pacientes diagnosticados com HIV-1/AIDS atendidos no Ambulatório de Doenças Infecto-Parasitárias do Hospital de Base, São José do Rio Preto, São Paulo. As análises estatísticas foram realizadas usando a versão 2.4.1 do software estatístico R. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: O protozoário mais frequente foi o Isospora belli

  20. Estudo comparativo entre tuberculosos não infectados e infectados pelo HIV, no Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro Evangelista Kusano

    Full Text Available Este trabalho se propõe a estudar o grau de associação entre as variáveis: tuberculosos HIV positivos e negativos, em relação à localização e ao tamanho da lesão tuberculosa, e verificar, se há ou não concordância na distribuição dos casos da doença tuberculosa nos grupos masculinos e femininos, infectados ou não pelo HIV, segundo a faixa etária. Analisou-se 78 pacientes de tuberculose/HIV e 2950 casos de tuberculose, entre 1985 a 1992. As informações foram colhidas através dos prontuários e arquivos do Programa de Tuberculose, Hemocentro e Instituto de Saúde do Distrito Federal, Brasília, Brasil. A análise estatística foi realizada através do teste do Qui-Quadrado e do teste Kolmogorov Smirnov. Verificou-se que houve um aumento significativo de tuberculose pulmonar moderada e escavada não cavitária, entre pacientes tuberculosos com HIV, quando comparados com pacientes somente tuberculosos. Os pacientes co-infectados masculinos apresentaram maior incidência de casos, na faixa de idade inferior a 40 anos, quando comparados com os pacientes de tuberculose isolada. As mulheres tuberculosas mostraram um significativo aumento da doença numa faixa etária abaixo de 34 anos, quando comparadas com os homens da mesma idade.

  1. Identificación de Intervenciones para el Desarrollo Positivo de la Juventud

    Science.gov (United States)

    Sardiñas, Lili M.; Padilla, Viviana; Aponte, Mari; Boscio, Ana Morales; Pedrogo, Coralee Pérez; Santiago, Betzaida; Morales, Ángela Pérez; Dávila, Paloma Torres; Cesáreo, Marizaida Sánchez

    2017-01-01

    Resumen En el mundo hay más personas en la etapa de la juventud que en cualquier otra etapa del desarrollo. La juventud en Puerto Rico enfrenta muchas situaciones que inciden en su desarrollo y preparación para la adultez. Por lo tanto, es imperante identificar intervenciones para el desarrollo positivo de la juventud que han demostrado ser basadas en la evidencia. Además, a partir de dicha identificación, desarrollar prácticas que ayuden a los jóvenes a desarrollarse para prevenir situaciones adversas, promover experiencias positivas y propiciar que los niños y jóvenes estén involucrados y comprometidos. Se identificaron 147 intervenciones a través de una revisión tradicional de la literatura científica estadounidense. Los resultados reflejan que las intervenciones atienden la reducción de factores de riesgo y el incremento de factores de protección. Sin embargo, ninguna intervención propicia que los niños y jóvenes estén involucrados y comprometidos con su desarrollo óptimo y con sus comunidades. No obstante, todas brindan herramientas que podrían ser de utilidad para fomentar dichas prácticas en el contexto de Puerto Rico. De las 147 intervenciones identificadas seis están diseñadas para la población puertorriqueña residente en la Isla. Con el propósito de hacer la información accesible a los profesionales y la comunidad se expandió la colección del Archivo de Programas y Prácticas Basadas en Evidencia para la Prevención. PMID:28919943

  2. NEUROPATÍA PERIFÉRICA POR PORFIRIA EN PACIENTE MASCULINO VIH POSITIVO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariana Baptista Da Cunha

    2013-07-01

    Full Text Available La Porfiria Intermitente Aguda es una enfermedad metabólica rara ocasionada por una mutación genética que produciendo defectos enzimáticos en la formación del grupo Hemo. Entre todos los tipos de porfiria, es la de mayor incidencia, con una prevalencia global de 5/100.000 habitantes con cúmulos de casos en zonas como Escandinavia, Gran Bretaña, Murcia (España caracterizada por clínica neurológica, gastrointestinal y psiquiátrica. Afecta principalmente a mujeres en edad reproductiva. Se describe el caso de un paciente masculino de 38 años con inicio de clínica 14 meses antes dolor abdominal, deposiciones abundantes y asociado cuadriparesia con un mes de evolución. Reporte de serología VIH positivo y valoración neurológica considera diagnóstico de neuropatía periférica asociada a VIH. Por antecedente familiar de porfiria se estudia caso en el Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas y se obtiene diagnóstico definitivo de Porfiria Intermitente Aguda en crisis, tratado con Hermaginato con mejoría significativa de la clínica a los siete días sin signos de crisis porfírica. Por ser de baja incidencia, esta patología no destaca entre los principales diagnósticos diferenciales en casos de disminución de la fuerza muscular y difiere en el abordaje específico. Si no es detectada a tiempo la debilidad muscular progresa a parálisis bulbar y muerte. Palabras Clave: Porfiria Intermitente Aguda; Cuadriparesia; VIH

  3. NEUROPATÍA PERIFÉRICA POR PORFIRIA EN PACIENTE MASCULINO VIH POSITIVO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariana Baptista Da Cunha

    2013-01-01

    Full Text Available La Porfiria Intermitente Aguda es una enfermedad metabólica rara ocasionada por una mutación genética que produciendo defectos enzimáticos en la for- mación del grupo Hemo. Entre todos los tipos de porfiria, es la de mayor incidencia, con una prevalencia global de 5/100.000 habitantes con cúmulos de ca- sos en zonas como Escandinavia, Gran Bretaña, Murcia (España caracterizada por clínica neurológica, gastrointestinal y psiquiátrica. Afecta principalmente a mujeres en edad reproductiva. Se describe el caso de un paciente masculino de 38 años con inicio de clínica 14 meses antes dolor abdominal, deposiciones abundantes y asociado cuadriparesia con un mes de evolución. Reporte de serología VIH positivo y valoración neurológica considera diagnóstico de neu- ropatía periférica asociada a VIH. Por antecedente familiar de porfiria se estudia caso en el Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas y se obtiene diagnóstico definitivo de Porfiria Intermitente Aguda en crisis, tratado con Hermaginato con mejoría significativa de la clínica a los siete días sin signos de crisis porfírica. Por ser de baja incidencia, esta patología no destaca entre los principales diagnósticos diferenciales en casos de disminución de la fuerza mus- cular y difiere en el abordaje específico. Si no es detectada a tiempo la debilidad muscular progresa a parálisis bulbar y muerte. Palabras Clave: Porfiria Intermitente Aguda; Cuadriparesia; VIH.

  4. Estudo de comportamento associado à infecção pelo HIV e HCV em detentas de um presídio de São Paulo, Brasil Behavior associated with HIV and HCV infection in female prison inmates in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Strazza

    2007-01-01

    Full Text Available Observa-se aumento do número de casos de AIDS e hepatite C entre mulheres, incluindo aquelas confinadas no sistema prisional. Este trabalho propôs estudar aspectos relacionados ao comportamento sexual e associados ao risco de transmissão do HIV e da hepatite C em detentas numa penitenciária de São Paulo, Brasil. É um estudo transversal realizado em 2000, aplicando questionários de comportamento e obtendo diagnósticos sorológicos para HIV e HCV. A medida de associação escolhida foi OR para análises bi e multivariada (regressão logística. Participaram do estudo 290 detentas. A prevalência observada para HIV e HCV foi de 13,9% e 16,2%, respectivamente. Associações estatisticamente significantes (p An increase has been observed in AIDS and hepatitis C cases in women, including female prison inmates. This study focused on inmates' behavioral factors associated with risk of HIV and HCV transmission in a women's detention facility in São Paulo, Brazil. Behavioral questionnaires were applied and HIV and HCV serology were performed. The selected measure of association was odds ratio for both the bi and multivariate logistic regression analyses. 290 inmates participated in the study. HIV and HCV prevalence rates were 13.9% and 16.2%, respectively. Statistically significant associations were observed (p < 0.05 between HIV and the following variables: partner with AIDS OR = 6.9 (2.7-35.2; injection drug users (IDU OR = 3.3 (1.6-14.7; regular partner OR = 3.7 (1.5-8.3, and between HCV and: IDU OR = 13.7 (4.4-42.7; IDU partner OR = 4.9 (1.9-12.2; previous arrest OR = 2.8 (1.2-6.5 adjusted for: partner with AIDS, IDU, IDU partner, drug user, and previous arrest. In conclusion, parenteral risk was associated with HIV and HCV infection and sexual risk with HIV. Appropriate and continuous preventive programs are recommended in the prison.

  5. Clinical and diagnostic aspects of intestinal microsporidiosis in HIV-infected patients with chronic diarrhea in Rio de Janeiro, Brazil Aspectos clínicos e diagnósticos da microsporidiose intestinal em pacientes com infecção pelo HIV e diarréia crônica, no Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia BRASIL

    2000-12-01

    Full Text Available The objectives of this study were to determine both the prevalence of microsporidial intestinal infection and the clinical outcome of the disease in a cohort of 40 HIV-infected patients presenting with chronic diarrhea in Rio de Janeiro, Brazil. Each patient, after clinical evaluation, had stools and intestinal fragments examined for viral, bacterial and parasitic pathogens. Microsporidia were found in 11 patients (27.5% either in stools or in duodenal or ileal biopsies. Microsporidial spores were found more frequently in stools than in biopsy fragments. Samples examined using transmission electron microscopy (n=3 or polymerase chain reaction (n=6 confirmed Enterocytozoon bieneusi as the causative agent. Microsporidia were the only potential enteric pathogens found in 5 of the 11 patients. Other pathogens were also detected in the intestinal tract of 21 patients, but diarrhea remained unexplained in 8. We concluded that microsporidial infection is frequently found in HIV infected persons in Rio de Janeiro, and it seems to be a marker of advanced stage of AIDS.Os objetivos deste estudo foram determinar a prevalência e o prognóstico clínico da infecção por microsporídios em uma coorte de 40 pacientes com infecção pelo HIV e diarréia crônica na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cada paciente teve suas fezes e fragmentos de intestino examinados para a pesquisa de CMV, bactérias e parasitos. A prevalência de microsporidiose foi de 27,5% (n=11. Esporos de microsporídios foram encontrados com maior frequência no exame direto das fezes do que em biópsias de intestino delgado. A microscopia eletrônica de transmissão e a reação de polimerase em cadeia (PCR identificaram Enterocytozoon bieneusi, respectivamente, em 3 e 6 amostras examinadas, confirmando a espécie como único agente causal. Nenhum outro microrganismo patogênico, além dos microsporídios, foi detectada em 5 dos pacientes com diarréia. Outros parasitos foram encontrados

  6. Satisfação corporal e características de lipodistrofia em crianças e adolescentes com HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral de alta potência Body satisfaction and lipodystrophy characteristics in HIV/AIDS children and teenagers undergoing highly active antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Querino Haesbaert da Silva

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a presença de alterações metabólicas e corporais e satisfação corporal em crianças e adolescentes em uso de terapia antirretroviral. MÉTODOS: Estudo transversal de 38 jovens entre seis e 18 anos infectados por HIV e atendidos entre dezembro de 2009 e maio de 2010. A satisfação corporal foi avaliada por escala de silhuetas, composta por 11 figuras. O estado nutricional foi avaliado por meio de mensurações de peso, altura, circunferências e pregas cutâneas. A presença de características de lipodistrofia foi avaliada pelo exame físico e o perfil lipídico e glicêmico foi solicitado no dia da consulta. Na análise estatística, aplicou-se o teste t e do qui-quadrado, sendo significante pOBJECTIVE: To verify the presence of body and metabolic alterations as well as body satisfaction in children and teenagers undergoing antiretroviral therapy. METHODS: This cross-sectional study enrolled 38 HIV infected young individuals (aged six to 18 years old treated from December 2009 to May 2010. The body satisfaction was assessed by the silhouette rating scale with 11 figures. The nutritional status was assessed by weight, height, circumferences and skinfolds. The presence of lipodystrophy characteristics was determined by the physical exam, and lipid profile and glycemia were requested during consultation. The statistical analysis used t-test and chi-square test, being significant p<0.05. RESULTS: Most of the 38 patients were eutrophic with length adequate for age; 26% of them presented overweight/obesity. The total cholesterol was within the normal range in 29% of the sample. The most expressive changes were cheek and abdominal lipohypertrophy. The body dissatisfaction prevalence was 84%. Children and teenagers had similar dissatisfaction levels; however, those dissatisfied by an excessive body weight had higher mean body mass index and tricipital skinfold thickness than the satisfied ones. The dissatisfaction was not

  7. Prevalência de micoses superficiais em comunidade fechada do Estado da Guanabara

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nurimar C. Fernandes Wanke

    1974-04-01

    Full Text Available Os autores relatam a freqüência das micoses superficiais entre 143 internos de um orfanato da zona rural do Estado da Guanabara. Foram observados 21 pacientes com tinea pedis e 5 pacientes com pitiriase versicolor. O exame direto foi positivo em todos os casos; as culturas realizadas nas dermatofitoses mostraram 4 (19% resultados positivos, sendo imolados o Trichopbyton mentagrophytes e o Trichophyton rubrum. O teste intradérmico com a tricofitina nos casos de tinea pedis mostrou 16 resultados positivos, ausência de reação em 2 casos e reação fraca em 3. O trabalho ressalta a importância das micoses superficiais em saúde pública e compara os resultados obtidos com dados oriundos de serviços de dermatologia.

  8. DERECHOS SEXUALES Y REPRODUCTIVOS: CONFIDENCIALIDAD Y VIH/SIDA EN ADOLESCENTES CHILENOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS: CONFIDENCIALIDADE E HIV/AIDS EM ADOLESCENTES CHILENOS REPRODUCTIVE AND SEXUAL RIGHTS: CONFIDENTIALITY AND HIV/AIDS IN CHILEAN ADOLESCENTS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ester Valenzuela Rivera

    2007-11-01

    Full Text Available Los adolescentes enfrentan obstáculos culturales e institucionales al momento de concurrir a los servicios de salud en busca de atención en salud sexual y reproductiva. Los jóvenes que se autoperciben de riesgo en VIH/SIDA experimentan discriminación por consideraciones socioeconómicas, y se vulnera su derecho a acceder a servicios de salud bajo un marco de confidencialidad, desconociendo el principio de autonomía progresiva y la evolución de sus facultades. La Convención Internacional de los Derechos del Niño (CIDN, ratificada por Chile, provee un marco jurídico que propicia un diálogo y una nueva relación de los adolescentes con la familia, el Estado y la sociedad, e instala un nuevo paradigma a partir del cual la infancia y la adolescencia son consideradas sujetos de derechosOs adolescentes enfrentam barreiras culturais e institucionais no momento se utilizarem os serviços de saúde em busca de cuidados de saúde sexual e reprodutiva. Os jovens que se auto percebem como de risco HIV/AIDS, são discriminados por questões sócio-econômicas e se enfraquece seu direito de acesso aos serviços de saúde sob um marco de confidencialidade, desconhecendo o princípio de autonomia progressiva e a evolução de suas faculdades. A Convenção Internacional de Direitos da Criança, ratificada pelo Chile, prevê um marco jurídico que possibilita um diálogo e uma nova relação dos adolescentes com a família, o Estado e a Sociedade, e instala um novo paradigma a partir do qual a infância e a adolescência são considerados como sujeitos de direitosAdolescents face cultural and institutional obstacles when visiting health care services searching for sexual and reproductive health care. Youngsters who consider themselves at risk for HIV/AIDS undergo discrimination due to socioeconomic reasons, and their right to health care access is infringed under a confidential framework. The principle of progressive autonomy and the evolution of their

  9. Risco e prevenção do HIV/Aids: uma perspectiva biográfica sobre os comportamentos sexuais em Portugal Risk-taking and HIV/Aids prevention: a biographical approach to sexual behavior in Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sofia Aboim

    2012-01-01

    Full Text Available Com base num inquérito representativo da população portuguesa entre 18 e 65 anos, realizado em 2007, este estudo investiga o impacto de fatores de curso de vida sexual sobre os comportamentos e as percepções do risco entre 3055 homens e mulheres heterossexuais. Através de indicadores relativos ao número, à identidade e à sequência de parceiros sexuais ao longo da vida, identificaram-se vários perfis de biografia sexual, desde formas de sexualidade ocasional e de recurso ao sexo pago, mais associadas aos homens, a perfis de parceiro único, mais comuns entre as mulheres. A realização de análises de regressão linear permitiu avaliar o impacto preditivo das biografias sexuais sobre o uso do preservativo e os comportamentos de prevenção. Os dados mostram que as biografias sexuais são importantes para explicar a prevalência do uso de preservativo nas relações com diferentes parceiros. Por outro lado, o receio da infecção e os conhecimentos sobre as formas de transmissão do HIV influenciam a mobilização cognitiva de estratégias de prevenção e de mudança de comportamentos. Todavia, o uso do preservativo parece mais dependente do curso de vida sexual e das interações situadas entre parceiros.On the basis of a representative survey carried out in 2007 of the Portuguese population aged between 18 and 65, this study investigates the impact of factors during the course of sexual life on risk-taking behavior and perceptions among 3055 heterosexual men and women. A number of sexual biography profiles were identified through cluster analysis of indicators related to the identity, number and sequence of partners throughout life. We discovered different profiles, from systematic occasional partnerships and use of paid sex, more frequent among men, to the single partner profile, which is more prevalent among women. By carrying out several linear regression analyses, we were able to evaluate the predictive impact of biographical

  10. Presentes Perigosos: dinâmicas de risco de infecção ao HIV/Aids nos relacionamentos de namoro em Maputo Dangerous gifts: HIV/Aids risk dynamics in namoro relationships in Maputo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Manuel

    2009-01-01

    Full Text Available O presente estudo explora as percepções e práticas sexuais entre jovens no Moçambique pós-colonial e pós-socialista, especificamente na cidade de Maputo. Usando uma combinação de diferentes métodos qualitativos, o estudo analisa profundamente relações de namoro. As relações de namoro, onde a relação sexual toma, preferencialmente, a forma de sexo não protegido (sem o uso do preservativo - "sexo verdadeiro" - são reciprocadas pelo amor e pela proposta de um compromisso por parte do jovem. Assim, verifica-se um sistema de trocas de presentes que neste estudo é analisado a partir do quadro teórico do dom de Marcel Mauss (1969. Mas, devido ao fato de a grande maioria dos jovens que participaram do estudo praticar a monogamia serial e à existência de parceiros ocasionais com quem o sexo protegido nem sempre é praticado, existem potenciais grandes riscos para infecção com ITSs e HIV/Aids. Assim, a troca de amor por sexo constitui um presente perigoso, pois põe em risco a saúde e a vida desses jovens.This study explores the perceptions and the sexual practices of young men and women in post colonial and post socialist Mozambique, specifically in Maputo city. Using a combination of various qualitative methods, the study performs an in-depth analysis of stable relationships called namoro. The namoro relationships, where people preferably engage in non-protected sex (no condom use - "real sex" are exchanged by the declaration of love and the proposal for a serious commitment from the young man to the young woman. Therefore, there is a gift exchange system which, in this study, is analyzed under the theoretical framework of the gift of Marcel Mauss (1969. However, since a great part of the young people in this study practice serial monogamy and due to the existence of occasional partners with whom protected sex is not always practiced, there are potential risks to STIs and HIV/Aids infection. Thus, the exchange of sex for love is

  11. Avaliação ultra-sonográfica, ecocardiográfica fetal e resultados perinatais em gestantes portadoras do HIV em uso de terapia anti-retroviral Ultrasound examination, fetal echocardiography and prenatal outcome in HIV-positive pregnant women under antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Borges Lopes

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as alterações estruturais e/ou funcionais fetais à ultra-sonografia e à ecocardiografia fetais e os resultados perinatais em gestantes soropositivas para o vírus da imunodeficiência humana (HIV em relação a um grupo controle de pacientes atendidas pelo pré-natal de baixo risco. MÉTODOS: foram avaliadas, prospectivamente, 109 gestantes soropositivas para o HIV em uso de anti-retrovirais (Grupo de Estudo, GE e 200 gestantes controles (GC, sendo realizado acompanhamento ultra-sonográfico obstétrico mensal e ecocardiografia fetal e pós-natal com a avaliação do volume de líquido amniótico, da adequação do peso fetal, da presença de alterações estruturais fetais e dos resultados perinatais. RESULTADOS: foram observados oito casos de alterações estruturais fetais (7,3% contra dois (1% no GC (p=0,61. Observamos quatro casos de cardiopatia congênita e quatro de hidronefrose no GE, com diferença estatística para as cardiopatias (p=0,015. Foram diagnosticados, no GE, oito (7,3% casos de oligoidrâmnio e 11 (10% casos de polidrâmnio contra dois casos (1% de oligoidrâminio e nenhum de polidrâmnio (p de 0,004 e pPURPOSE: to evaluate fetal structural and/or functional abnormalities by ultrasound examination and fetal echocardiography, in pregnant women positive for human immunodeficiency virus (HIV. METHODS: we analyzed prospectively 109 HIV positive pregnant women under antiretroviral therapy (Study Group and 200 low risk pregnant patients (Control Group. All of them were submitted to ultrasound scan and fetal and neonatal echocardiography once a month. The amniotic fluid volume, fetal growth, fetal structural and functional alteration and the perinatal outcome were evaluated. RESULTS: there were eight (7.3% cases of fetal structural abnormality in the Study Group and two (1% in the Control Group (p=0.616. There were four cases of congenital heart disease and four cases of hydronephrosis in the Study Group

  12. Síndrome da lipodistrofia e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral de alta potência Lipodystrophy syndrome and cardiovascular risk factors in children and adolescents infected with HIV/AIDS receiving highly active antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria L. F. Werner

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil lipídico, alterações da conformação corporal e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS, tratados com terapia antirretroviral de alta potência. MÉTODOS: Foram estudadas 43 crianças e adolescentes em uso dessa terapia atendidas no ambulatório de doenças infecciosas em Pediatria do Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro (RJ. Foram realizadas dosagens de colesterol total, lipoproteína de alta densidade, lipoproteína de baixa densidade, triglicerídeos, teste de tolerância à glicose e avaliada a distribuição de gordura corporal, estado nutricional, ingestão dietética e história familiar de risco cardiovascular. As análises estatísticas foram realizadas com o teste t de Student. O nível de significância estatístico do p foi menor que 0,05. RESULTADOS: Observou-se alteração lipídica em 88,3% e de conformação corporal em 13,9% dos casos. O estado nutricional foi adequado na maioria (81,3% da população do estudo. A ingestão de colesterol em crianças com mais de 9 anos foi acima do recomendado. CONCLUSÃO: A prevalência de dislipidemia e, consequentemente, o risco para doenças cardiovasculares foram altos durante o uso de terapia antirretroviral de alta potência.OBJECTIVE: To describe lipid profile, body shape changes, and cardiovascular risk factors in children and adolescents infected with HIV/AIDS receiving highly active antiretroviral therapy. METHODS: We investigated 43 children and adolescents being treated with this therapy at the outpatient clinic of pediatric infectious diseases of Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brazil. Values of total cholesterol, high-density lipoprotein, low-density lipoprotein, and triglycerides were determined. We also performed glucose tolerance test and analyzed body fat distribution, nutritional status, dietary intake, and family history of

  13. Evolución serológica en mujeres con anticuerpos antifosfolípido positivos

    OpenAIRE

    Daroca Bengoa, Germán

    2015-01-01

    En el presente trabajo se estudió de forma retrospectiva una cohorte de 90 mujeres con positividad confirmada de anticuerpos antifosfolípido (aPL), de acuerdo con los criterios diagnósticos de síndrome antifosfolípido (SAF). Las pacientes fueron clasificadas en 3 grupos: SAF primario (n=40), aPL positivos sin cumplir el criterio clínico de SAF (n=38) y lupus eritematoso sistémico (LES) con aPL positivos (n=12). Después de 119,4±33,0 meses de seguimiento, un 60,0% de las pacientes mostró negat...

  14. Reflexões sobre o aconselhamento em HIV/AIDS em uma perspectiva freireana Reflexiones sobre el uso de consejos en VIH/SIDA bajo la perspectiva de Freire Reflections about the use of counseling in HIV/AIDS under the perspective of Freire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Corrêa Lima Miranda

    2008-12-01

    Full Text Available Nesta reflexão nos propomos a analisar o aconselhamento a partir da visão da pedagogia freireana visualizando-o de forma mais ampla, como uma atividade de educação, um "ato de intervenção" para a autonomia do sujeito. O aconselhamento é uma atividade desenvolvida por um profissional de saúde, devidamente treinado, e destina-se a quem deseja ou tem indicação de realizar a sorologia anti-HIV. No âmbito da epidemia de HIV/AIDS, o processo de aconselhamento contém três componentes: o apoio emocional ao cliente; apoio educativo; e avaliação de riscos, que propicia a reflexão sobre valores, atitudes e condutas. Dessa forma, evitarão ser ele convertido em um "bate-papo" descomprometido e conduzido conforme a vontade do aconselhador.En esta reflexión nos proponemos analizar el consejo a partir de la visión de la pedagogía freireana visualizándolo de forma más amplia, como una actividad de educación, un "acto de intervención" para la autonomía del sujeto. El consejo es una actividad desarrollada por un profesional de salud, debidamente entrenado, y se destina a quien lo desea o está indicado para realizar la serología anti-VIH. En el ámbito de la epidemia de VIH/SIDA, el proceso de consejo contiene tres componentes: el apoyo emocional al cliente; el apoyo educativo; y la evaluación de riesgos, que propicia la reflexión sobre valores, actitudes y conductas. Así, evitarán que se convierta en una charla sin compromiso y dirigido según la voluntad del aconsejador.This reflection intended to analyze the counselling starting from the vision of the Freire's pedagogy visualizing it in a wider way, as an education activity, an intervention act for the subject's autonomy. The counselling is an activity developed by a Health professional, properly, and it is destined to who has indication of accomplishing the anti-HIV. In the ambit of the epidemic of HIV/AIDS, the counselling contains three components: the emotional support to the

  15. Depressão, estresse e alexitimia em pacientes com infecção pelo vírus HIV - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v29i1.109 Depression, stress and alexitimy in patients with infection by the HIV virus - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v29i1.109

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Marques Araujo

    2007-12-01

    Full Text Available Durante o curso da infecção pelo HIV, é comum a depressão; um alto nível de estresse pode derivar em uma menor competência imunitária. Alexitimia é uma reação "estado" para os efeitos de doenças físicas sérias. Este trabalho teve como objetivo avaliar níveis de depressão, estresse e alexitimia em pacientes portadores de HIV correlacionandoos ao nível de células TCD4+ e ocorrência de infecções oportunistas. Foram selecionados 50 pacientes portadores de HIV. Escalas para avaliação dos níveis de depressão, estresse e alexitimia foram aplicadas. Houve depressão leve em 48% dos pacientes, moderada (28% e grave (4%. São alexitimicos 82%. Apresentaram sintomas físicos e psicológicos do estresse 78%. Pacientes com taxa de linfócitos TCD4mm3 apresentaram maior percentual de depressão, estresse e alexitimia. Observou-se ocorrência maior de infecções oportunistas nos pacientes com depressão, independente da taxa de linfócitos T CD4+. Estes resultados sugerem relação entre depressão, estresse, alexitimia e maior infecção pelo vírus HIV.During the course of the infection by HIV, depression is common. A high stress level can result in a smaller imunitary competence. Alexitimy is a reaction "state" for the effects of serious physical diseases. This work aimed to evaluate the depression levels, stress and alexitemy in patients infected with HIV. Fifty patients were selected. Depression, stress and alexitemy were evaluated. The application of scales showed low depression in 48% of patients, moderate in 28% and serious in 4%. 82% are alexitemics and 78% presented physical and psychological symptoms of stress. Patients with TCD4 linfocites tax mm3 presented a higher percentual of depression, stress and alexitemy. It was observed a higher incidence of opportunist infections in the patients with depression, whatever the linfocites T CD4+ tax was. These results suggest relation among depression, stress, alexitemy and higher

  16. Breast Imaging Reporting and Data System - BI-RADS®: valor preditivo positivo das categorias 3, 4 e 5. revisão sistemática da literatura Breast Imaging Reporting and Data System - BI-RADS®: positive predictive value of categories 3, 4 and 5. A systematic literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Procaci Kestelman

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar artigos, na literatura, que verificam o valor preditivo positivo das categorias 3, 4 e 5 do Breast Imaging Reporting and Data System (BI-RADS®. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizada pesquisa na base de dados Medline utilizando os termos "predictive value" e "BI-RADS". Foram incluídos 11 artigos nesta revisão. RESULTADOS: O valor preditivo positivo das categorias 3, 4 e 5 variou entre 0% e 8%, 4% e 62%, 54% e 100%, respectivamente. Três artigos avaliaram, concomitantemente, os critérios morfológicos das lesões que apresentaram maior valor preditivo positivo na mamografia, sendo nódulo espiculado o critério com maior valor preditivo positivo. CONCLUSÃO: Houve grande variabilidade do valor preditivo positivo das categorias 3, 4 e 5 do BI-RADS® em todos os estudos, porém foram identificadas diferenças metodológicas que limitaram a comparação desses estudos.OBJECTIVE: To review the literature about the positive predictive value of Breast Imaging Reporting and Data System (BI-RADS® categories 3, 4 and 5. MATERIALS AND METHODS: A research was performed in the online Medline database, entering the terms "predictive value" and "BI-RADS". Eleven studies were included in this review. RESULTS: The positive predictive values ranged respectively between 0% and 8%, 4% and 62%, and 54% and 100% for BI-RADS® categories 3, 4 and 5. Three studies have also evaluated morphological criteria with higher positive predictive value in mammography, mass with spiculated margins being the finding with highest positive predictive value for malignancy. CONCLUSION: A high variability was found in the reviewed literature among positive predictive values of BI-RADS® categories 3, 4 and 5, although methodological differences have been identified, limiting the comparative analysis.

  17. Clinical characteristics and evolution of syphilis in 24 HIV+ individuals in Rio de Janeiro, Brazil Características clínicas e evolutivas da sífilis em 24 indivíduos HIV+ no Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clara Gutierrez-Galhardo

    2005-06-01

    Full Text Available A total of 24 patients with syphilis and HIV infection were treated from January 1997 to March 2003 at the Infectious Dermatology Outpatient Clinic of the Evandro Chagas Clinical Research Institute, Oswaldo Cruz Foundation, Rio de Janeiro, Brazil. The caseload consisted of 20 males (83.3% and four females (16.7%, with a mean age of 38.04 years and mean T CD4+ count of 389.5 cells/mL. Syphilis was diagnosed as secondary in 16 (62.5% patients, late latent in eight (33.3%, and tertiary in one (4.2%. Manifestations of secondary syphilis were palmar and plantar erythematopapulous cutaneous lesions in nine (37.5%, papulous exanthema in four (16.7%, patchy alopecia in 3 (12.5% and osteochondritis in one patient (4.2%. Tertiary syphilis was characterized by verrucous lesions. Neurosyphilis was diagnosed in four patients (16.7%, with headache as the only manifestation in two patients. Drugs used in treatment included benzathine penicillin, ceftriaxone, erythromycin, and crystalline penicillin. Cure was achieved in 18 patients (75%. Five patients (20.8% were retreated, three of whom presented a history of re-exposure. This study confirms the importance of establishing the diagnosis of neurosyphilis in patients with HIV infection, in addition to performing follow-up on treatment for syphilis.Foram tratados 24 indivíduos com sífilis e infecção pelo HIV, de Março de 1997 a Janeiro de 2003, no ambulatório de Dermatologia Infecciosa do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brasil. Foram 20 homens (83,3% e quatro mulheres (16,7% com idade média de 38,04 anos e contagem média de linfócitos T CD4 de 389,5 céls/mm³. A sífilis foi classificada como secundária em 16 pacientes (62,5%, latente tardia em oito (33,3% e terciária em uma paciente (4,2%. As manifestações de sífilis secundária foram de lesões cutâneas eritematopapulosas em regiões palmar e plantar em nove (37,5%, exantema papuloso em

  18. Metabolic abnormalities and overweight in HIV/AIDS persons-treated with antiretroviral therapy Anormalidades metabólicas e sobrepeso em portadores de HIV/AIDS em terapia com anti-retrovirais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luísa Helena Maia Leite

    2008-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To describe the proportion of overweight among patients with human immunodeficiency virus/Acquired Immune Deficiency Syndrome and correlate overweight and highly active antiretroviral therapy with metabolic complications. METHODS: A cross-sectional study was conducted among human immunodeficiency virus/Acquired Immune Deficiency Syndrome outpatients undergoing nutritional therapy from 2000 to 2006 in a University Health Center. The sample consisted of 393 human immunodeficiency virus/Acquired Immune Deficiency Syndrome patients. Nutritional and medical records were used as a source of data on personal, clinical and biochemical information. Data analysis included descriptive statistics and the Chi-square test. RESULTS: Sixty-nine percent of the patients were males aging from 26 to 49 years. Overweight and obesity were identified in 49% of this population. The most important metabolic complications were low levels of high-density lipoprotein (70% and high levels of triglycerides (48% and cholesterol (40%. Higher body mass index was associated with higher lipid levels and more evidence of insulin resistance. CONCLUSION: This study demonstrated an important proportion of overweight and obesity among human immunodeficiency virus/Acquired Immune Deficiency Syndrome patients. These results suggest that nutritional interventions and lifestyle modifications may be useful strategies to decrease the cardiovascular risk in this population.OBJETIVO: Estimar a proporção de sobrepeso em pessoas com Vírus da Imunodeficiência Humana /Síndrome da Imunodeficiência Adquirida e avaliar a associação do sobrepeso e do uso da terapia anti-retroviral de alta potência (Highly Active Antiretroviral Therap com a presença de anormalidades metabólicas. MÉTODOS: Foi conduzido um estudo transversal entre pacientes ambulatoriais sob acompanhamento nutricional em um hospital universitário entre 2000-2006. A amostra incluiu 393 pacientes com Vírus da

  19. Transmissão vertical do HIV: situação encontrada em uma maternidade de Teresina Transmisión vertical del HIV: situación encontrada en una maternidade de Teresina Vertical transmission of HIV: situation found in a maternity of Teresina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliam Mendes de Araújo

    2007-08-01

    Full Text Available Oaumento dos casos de AIDS em mulheres evidencia um progressivo aumento da transmissão vertical do HIV, no Brasil e no Piauí. Considerando a relevância do tema o presente estudo teve como objetivo analisar as condições da implementação das normas e medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde para prevenir a transmissão vertical do HIV em uma maternidade de Teresina - PI. O caminho teórico-metodológico compreendeu o estudo da dinâmica organizacional e dos seus atores, por meio de abordagem qualitativa. Para obtenção dos dados foram realizadas 17 entrevistas semi-estruturadas. Os resultados mostraram que as recomendações do Ministério da Saúde não foram atendidas na sua totalidade evidenciando a precariedade da assistência prestada para o binômio mãe/filho.El aumento de los casos de AIDS en mujeres, evidencia un progresivo aumento de la transmisión vertical de lo HIV en el Brasil, e en el Piauí. Considerando la relevancia del tema, el presente estudio tuve como objetivo analizar las condiciones de la implementación de las reglas y medidas recomendadas por el Ministerio de la Salud para prevenir la transmisión vertical del HIV en una maternidad de Teresina-PI. El camino teórico-metodológico comprendió el estudio de la dinámica organizacional y de sus actores, a través del abordaje cualitativa.. Para la obtención de los datos fueran realizados 17 entrevistas medio-estructuradas. Los resultados mostraran que las recomendaciones del Ministerio de la Salud non fueran atendidas en la suya totalidad, evidenciando la precariedad de la asistencia prestada, para el binomio madre / hijo.The increase of the number of cases of AIDS among women reveals a progressive increase of the vertical transmission of HIV in Brazil, as well as in Piauí. Considering the relevance of the subject, this study had as objective to analyze the conditions of the implementation of the rules and measures recommended by the Ministry of Health to

  20. Knowledge and attitudes about sexuality in the elderly with HIV/AIDS Conocimiento y actitudes sobre sexualidad en ancianos portadores de VIH/SIDA Conhecimento e atitudes sobre sexualidade em idosos portadores de HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meiry Fernanda Pinto Okuno

    2012-01-01

    ,2%. Score de la ASKAS de conocimiento fue de 32,2 y de actitudes 15,5. Hubo asociación significativa entre ASKAS conocimiento y género femenino, ser viudo y más de una comorbilidad y ASKAS actitudes con primaria completa y actividad física. CONCLUSIÓN: Pacientes con VIH/SIDA demostraron conocimiento y actitudes favorables sobre la sexualidad en el anciano, y mujeres amas de casa presentaron conocimiento significativo.OBJETIVOS: Avaliar o conhecimento e atitudes sobre sexualidade em idosos com HIV/AIDS atendidos em ambulatório especializado; e Identificar o perfil epidemiológico desses pacientes. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, descritivo e analítico com amostra de 148 pessoas com 50 anos ou mais. Utilizou-se a Aging Sexual Knowledge and Attitudes Scale para avaliar o conhecimento e atitudes sobre a sexualidade dos idosos. RESULTADOS: Participaram do estudo 148 idosos, sexo masculino (63,5%, solteiro (30,5%, aposentados e pensionistas (53%, classe econômica baixa (60%, somente 21% possuíam até ensino médio completo, renda familiar mensal 3,3 salários, tempo de diagnóstico 156 meses e forma de contágio predominante via sexual (66,2%. Escore da ASKAS de conhecimento foi 32,2 e de atitudes 15,5. Houve associação significante entre ASKAS conhecimento e gênero feminino, ser viúvo e mais de uma comorbidade e ASKAS atitudes com ensino médio completo e atividade física. CONCLUSÃO: Pacientes com HIV/AIDS demonstraram conhecimento e atitudes favoráveis sobre a sexualidade no idoso, e mulheres donas de casa apresentaram conhecimento significante.

  1. Uso de plantas com finalidade medicinal por pessoas vivendo com HIV/ AIDS em terapia antirretroviral Use of plants with medicinal purposes by people living with HIV/ AIDS on antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Maria de Almeida

    2012-06-01

    Full Text Available Este foi um estudo observacional, transversal analítico realizado em ambulatório de referência do Estado do Maranhão-Brasil, no período de maio de 2009 a fevereiro de 2010, com o objetivo de estudar o uso de plantas com finalidade medicinal entre pessoas vivendo com HIV/AIDS, em uso de antirretrovirais. Um total de 339 pessoas respondeu um questionário abordando o uso de plantas e características demográficas, socioeconômicas, comportamentais, relacionadas à soropositividade e ao uso de antirretrovirais. A prevalência de utilização de plantas foi de 34,81%. As mais utilizadas foram: Turnera ulmifolia (12,09%; Melissa officinalis (10,62%; Plectranthus barbatus (7,67%; Cymbopogan citratus (capim limão (4,72% e Mentha spp. (hortelã (2,36%. A maioria das pessoas (96,61% referiu melhora após a utilização. Um percentual de 75,42% dos usuários de plantas não informou essa prática ao médico. Entre os que informaram o uso, 55,17% afirmaram que o médico estava de acordo e somente uma pessoa foi orientada a interromper o uso (3,45%. Apenas um médico (3,45% indicou o uso de plantas. A análise ajustada evidenciou diferença para uso de plantas em relação ao sexo feminino (RP=1,58, 95% IC 1,15-2,15 p 0,004 e à orientação sexual do tipo homossexual (RP=0,63 IC 0,44-0,90 p 0,012. Este estudo aponta para a necessidade de melhor diálogo entre médico e pacientes sobre o uso de plantas com finalidade medicinal, alertando sobre possíveis perigos quando associados aos antirretrovirais, especialmente entre usuários do sexo feminino ou com prática do tipo homossexual.It is an observational, analytic study, developed at a hospital in Maranhao-Brazil, from May-2009 to February-2010. The objective was to study the use of plants with medicinal purpose in people living with HIV/AIDS and using retroviral therapy. A total of 339 (three hundred and thirty-nine people answered a questionnaire about the use of plants and demographic

  2. Medicalização dos desvios de comportamento na infância: aspectos positivos e negativos Medicalización de los desvíos de comportamiento en la infancia: aspectos positivos y negativos Medicalization of deviant behavior in children: positive and negative features

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Stolf Brzozowski

    2013-01-01

    Full Text Available A medicalização dos comportamentos desviantes na infância é apresentada como uma estratégia eficaz para lidar com crianças que apresentam algum tipo de dificuldade, sem que, no entanto, as dificuldades desse processo sejam claramente expostas. O processo de medicalização, porém, é complexo e apresenta muitos resultados negativos. Dentro desse contexto, nosso objetivo é refletir sobre essas dificuldades. Primeiramente, apresentamos como se dá a relação entre medicalização e infâcia. Em seguida, discutimos alguns aspectos considerados positivos e negativos da medicalização. Para finalizar, consideramos que enquadrar uma criança em um diagnóstico psiquiátrico apresenta sérias consequências indesejáveis, e acaba sendo mais útil para a sociedade e para o entorno da criança do que para a própria criança.La medicalización de los comportamientos desviantes en la infancia es presentada como una estrategia eficaz para manejar niños que presentan algún tipo de dificultad, sin que, sin embargo, las dificultades de ese proceso sean claramente expuestas. El proceso de medicalización, sin embargo, es complejo y presenta muchos resultados negativos. En ese contexto, nuestro objetivo es reflexionar sobre esas dificultades. Primero, presentamos como se da la relación entre medicalización e infancia. Enseguida, discutimos algunos aspectos considerados positivos y negativos de la medicalización. Para finalizar, consideramos que encuadrar un niño en un diagnóstico psiquiátrico presenta serias consecuencias indeseables, y acaba siendo más útil para la sociedad y para el entorno del niño de lo que para el propio niño.The medicalization of deviant behaviors during childhood is usually presented as an effective strategy to deal with troublesome children, but the problems associated with medicalization are not frequently exposed. Even so, the process of medicalization is complex and may present many negative results. In this

  3. Prevalência de cárie e sua correlação com a classificação clínica e imunológica em crianças infectadas pelo HIV

    OpenAIRE

    Castro, Gloria Fernanda; SOUZA Ivete Pomarico Ribeiro de; OLIVEIRA,Ricardo Hugo Silva e; Portela, Maristela Barbosa; ESTEVES,Cristiane

    2001-01-01

    Este estudo tem como objetivo determinar a experiência de cárie em crianças infectadas pelo HIV, correlacionada com a classificação clínica e imunológica (CDC³, 1994). Participaram da pesquisa 92 crianças (50 meninas e 42 meninos), com média de idade de 5,77 ± 3,31 anos (6 meses a 13 anos), com diagnóstico definitivo para o HIV, todos pacientes com atendimento ambulatorial. Foi realizado exame bucal para determinar os índices ceo/CPOD e os dados de história médica foram coletados dos prontuár...

  4. HIV Transmission

    Science.gov (United States)

    ... Abroad Treatment Basic Statistics Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... on HIV Syndicated Content Website Feedback HIV/AIDS HIV Transmission Language: English (US) Español (Spanish) Recommend on ...

  5. Analysis of GB virus C infection among HIV-HCV coinfected patients Análise da infecção pelo vírus GB-C em pacientes com coinfecção VIH-VHC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Jesus Barbosa

    2009-10-01

    Full Text Available The aim of this study was to evaluate the effect of GB virus C on laboratory markers and histological parameters among HIV-seropositive patients coinfected with HCV. Lower degrees of hepatic lesions were observed in the triple-infected patients, in comparison with HIV-HCV coinfected patients who were negative for GBV-C RNA.O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da infecção pelo vírus GB-C em marcadores laboratoriais e parâmetros histológicos em pacientes HIV soropositivos coinfectados com VHC. Menor grau de lesão hepática foi observado nos pacientes com tripla infecção em comparação aos pacientes coinfectados com VIH-VHC negativos para GBV-C RNA.

  6. Prevalência de HIV em gestantes e transmissão vertical segundo perfil socioeconômico, Vitória, ES Factores asociados a recidiva en hanseníasis en Mato Grosso, Centro-oeste de Brasil HIV prevalence in pregnant women and vertical transmission in according to socioeconomic status, Southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Barbosa Cerqueira Vieira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência de infecção por HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical, segundo o perfil socioeconômico dos bairros de residência das mães. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório utilizando a base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação de gestantes HIV-positivas e aids em crianças notificadas entre 2000 e 2006 em Vitória, ES. Para análise das informações socioeconômicas foi utilizado o Índice de Qualidade Urbana. A prevalência de HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical foram calculadas. A distribuição espacial dos casos foi realizada no programa Terraview 3.2.0. Para verificar a associação entre a qualidade urbana e a prevalência de HIV em gestantes utilizou-se o modelo de regressão de Poisson. RESULTADOS: Um total de 137 gestantes e 14 crianças infectadas por transmissão vertical foi notificado no período. Sete crianças correspondiam a mães HIV-positivas sem notificação de caso no período analisado. A prevalência de infecção em gestantes no período foi de 0,44% e a taxa de transmissão vertical foi de 9,7%. CONCLUSÕES: A prevalência de infecção por HIV em gestantes e a transmissão vertical associam-se à qualidade urbana do bairro de residência, indicando que os bairros com menor qualidade urbana devem ser priorizados quanto às ações para redução da transmissão vertical.OBJETIVO: Analizar factores asociados a la ocurrencia de recidiva en hanseníasis. MÉTODOS: Estudio retrospectivo caso-control con 159 pacientes mayores de 15 años diagnosticados con hanseníasis en cinco municipios del Estado de Mato Grosso, Centro-oeste de Brasil, cuyas unidades de salud eran consideradas de referencia para el atendimiento. El grupo de casos incluyó 53 individuos con recidiva de 2005 a 2007 y fue comparado con el grupo control (106 con alta por cura en 2005, pareados por sexo y clasificación operacional. Se usaron datos del Sistema de Informaci

  7. Efeito do treinamento físico como modulador positivo nas alterações no eixo neuroimunoendócrino em indivíduos com insuficiência cardíaca crônica: possível atuação do fator de necrose tumoral-alfa Efecto del entrenamiento físico como modulador positivo en las alteraciones en el eje neuroinmunoendócrino en indivíduos con insuficiência cardíaca crônica: posible actuación como factor de necrosis tumoral-alfa Effect of physical training as positive modulator on the alterations in the neuro-immune-endocrine axis in patients with chronic heart failure: possible role of the tumoral necrosis factor-alpha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Fernando Bicudo Pereira Costa Rosa

    2005-08-01

    Full Text Available O exercício físico crônico ou o treinamento físico (TF tem sido largamente utilizado nos últimos anos com finalidade terapêutica e preventiva em uma série de condições fisiopatológicas, incluindo doenças cardiovasculares. Além dos benefícios cardiovasculares, o TF modula a expressão elevada de citocinas pró-inflamatórias, atuando sobre o eixo neuroimunoendócrino. Atualmente, o quadro de insuficiência cardíaca crônica (ICC tem sido reconsiderado como uma interação entre mecanismos hemodinâmicos, neurormonais, endócrinos e imunológicos. Esta resposta inflamatória anormal, incluindo a elevada expressão de citocinas pró-inflamatórias, tem sido proposta como responsável pela progressão e deterioração clínica na ICC. Neste quadro, a principal citocina envolvida no quadro fisiopatológico da ICC é o fator de necrose tumoral-alfa (TNF-alfa. Assim, o TF pode atuar no quadro de ICC de duas maneiras, melhorando o desempenho durante o exercício físico, bem como atenuando do quadro deletério de elevada concentração de citocinas pró-inflamatórias no sistema cardiovascular, podendo representar importante opção imunomodulatória e, desta forma, permitir melhora significativa no quadro clínico do paciente.El ejercicio físico o entrenamiento físico (TF viene siendo utilizado largamente en los ultimos años con finalidad terapéutica y preventiva en una serie de condiciones fisiopatológicas, incluyendo las afectaciones cardiovasculares. Además de los beneficios cardiovasculares, el TF modula la expresión elevada de las citocinas pro-inflamatorias, actuando sobre el eje neuroinmunoendócrino. Actualmente, el cuadro de insuficiencia cardíaca crônica (ICC viene siendo reconsiderado como una interación entre los mecanismos hemodinámicos, neuro-hormonales, endócrinos e imunológicos. Esta respuesta inflamatoria anormal, incluyendo la elevada expresión de citoquinas pro-inflamatorias, viene siendo propuesta como

  8. Avaliação da aderência aos anti-retrovirais em pacientes com infecção pelo HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lignani Júnior Luiz

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a aderência aos anti-retrovirais e os principais fatores preditivos e os motivos para a má-aderência. MÉTODOS: Para avaliar a aderência aos medicamentos, realizou-se um estudo em uma amostra aleatória de 120 pacientes com infecção por HIV/Aids. A avaliação foi feita por auto-relato e complementada com uso de um diário e consulta à farmácia. Foi realizada análise univariada, e utilizados o teste de Student e do qui-quadrado. Calculou-se o odds-ratio como medida de absorção. RESULTADOS: Dos 120 pacientes avaliados, 87 (72,5% eram homens e 33 (27,5% eram mulheres com idade média de 35,5 anos. A maioria era de cor parda, tinha apenas o ensino fundamental, mas estava empregada, com renda de até dois salários-mínimos. O tempo médio de uso de anti-retrovirais foi de 12 meses. A principal indicação para início do tratamento foi a queda na contagem de linfócitos CD4+ a menos de 350 cels./mm³. A maioria estava em uso de três ou mais anti-retrovirais. Foram considerados aderentes 89 pacientes (74%. A principal causa de falhas foram os efeitos colaterais. O nível de escolaridade, a idade e o tempo de uso de anti-retrovirais foram importantes fatores de predição da aderência aos anti-retrovirais. CONCLUSÕES: Admite-se, baseado nas principais causas de falhas e nos fatores de predição de aderência encontrados, que, para melhorar essa aderência, é necessário o uso de esquemas com menos efeitos colaterais e um detalhamento minucioso e constante sobre o tratamento.

  9. Soroprevalência e fatores associados ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV e sífilis em presidiários do Estado de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cecília Cavalcanti de Albuquerque

    2014-07-01

    Full Text Available Os detentos apresentam maior vulnerabilidade ao HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST devido a fatores de risco como: compartilhamento de seringas e sexo desprotegido. O objetivo do presente trabalho foi determinar a soroprevalência e fatores de risco para o HIV-1/2 e sífilis entre presidiários do sexo masculino em Caruaru, Pernambuco, Brasil. Foi realizado um corte transversal no período de maio a julho de 2011, no qual 1097 detentos de uma penitenciária de Caruaru foram avaliados, por meio de entrevista e coleta de amostra de sangue para realização dos testes. A prevalência de infecção pelo HIV foi de 1,19% e de sífilis 3,92%. A associação com a infecção pelo HIV mostrou-se estatisticamente significante com uso de drogas injetáveis, homossexualismo e condição de transfusão (p < 0,05. Em relação à soropositividade para sífilis, fatores relacionados à vida sexual mostraram-se estatisticamente significante (p < 0,05. A população carcerária constitui um grupo de alto risco para as doenças pesquisadas. As taxas de prevalência aqui identificadas indicam a necessidade de implantação de programas de prevenção para que as mesmas não venham a se disseminar no âmbito desta população.

  10. Fatores associados à infecção pelo HIV/AIDS entre adolescentes e adultos jovens matriculados em Centro de Testagem e Aconselhamento no Estado da Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca de Souza Pereira

    2014-03-01

    Full Text Available O estudo procura investigar fatores associados à infecção pelo HIV entre adolescentes e adultos jovens, registrados no Centro de Testagem e Aconselhamento/CTA de Feira de Santana, Bahia. Estudo analítico com delineamento transversal, utilizando dados do Sistema de Informação do CTA (SI-CTA no período de 2007 a 2011. Foram processadas informações de 3.768 indivíduos, sendo verificada a diferença de proporções, com Qui-quadrado de Pearson e análise estratificada, através da Razão de Prevalência/RP, com Intervalos de Confiança de 95%, considerando como desfecho o status sorológico. No período estudado, 73 jovens estavam infectados pelo HIV (1,94%. Na população feminina, foram identificadas associações, estatisticamente significantes, para soropositividade e consumo de drogas, consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas; estar casada ou em união estável. No sexo masculino, associaram-se com a soropositividade o consumo de outras drogas e orientação homossexual/bissexual. Em ambos os sexos, na categoria com parceiro estável, a soropositividade mostrou associação com companheiro usuário de drogas e/ou portador de DST e/ou HIV. Esses achados sinalizam a necessidade de medidas eficazes no controle e prevenção da infecção pelo HIV, entre jovens.

  11. The resistance to fluconazole in patients with esophageal candidiasis Resistência ao fluconazol em pacientes com candidíase esofágica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Botler Wilheim

    2009-03-01

    esofagogastroduodenoscopia no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, Recife, PE, foram considerados elegíveis para o estudo. Aqueles que apresentaram lesões compatíveis com candidíase esofágica tiveram amostras coletadas para a identificação das espécies de Candida, de sua sensibilidade ao fluconazol e descritos os fatores de risco para a doença. RESULTADOS: Dos 2.672 pacientes encaminhados para endoscopia, 40 (1,5% apresentaram achados compatíveis com candidíase esofágica. A média de idade foi de 49,1 anos. Vinte e um pacientes (52,5% tinham menos que 50 anos, dos quais 82,6% eram infectados pelo HIV. A maioria (52,5% era homens e 65,0% encontravam-se internados. Fatores predisponentes foram identificados em 90% da amostra, sendo que 21 (52,5% eram HIV positivos. As formas mais graves de esofagite foram encontradas em 50% dos pacientes com CD4 <200. Espécies de Candida não-albicans foram detectadas em 22,7% dos pacientes HIV positivos e em 45% dos pacientes não infectados. A resistência ao fluconazol foi observada em seis amostras (14,28% e a sensibilidade dose-dependente em duas (4,76%. CONCLUSÃO:A prevalência de candidíase esofágica foi baixa, embora dentro de variação esperada. Pacientes homens e que estavam internados foram os mais acometidos. Houve variação nas espécies encontradas, de acordo com as características dos grupos estudados. Tanto a resistência ao fluconazol como a sensibilidade dose-dependente foram consideradas altas.

  12. Produção de interleucina-10 na gestação reduz a taxa de replicação do HIV-1 em culturas de linfócitos maternos Interleukin-10 production during pregnancy reduces HIV-1 replicaction in cultures of maternal lymphocytes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Monção Paolino

    2005-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a proliferação de células T e a produção de citocinas em gestantes infectadas pelo HIV-1 e seu impacto na replicação viral in vitro. MÉTODOS: sangue periférico de 12 gestantes infectadas pelo HIV-1 e de seus neonatos, bem como de 10 gestantes HIV-1 negativas, foi colhido e a quantidade de linfócitos TCD4+ e TCD8+ periféricos foi avaliada por citometria de fluxo. Para obter plasma ou células mononucleares periféricas (PBMC, as amostras foram centrifugadas na ausência ou presença de um gradiente de Ficoll-Hypaque, respectivamente. As PBMC foram mantidas em cultura por sete dias na presença de fito-hemaglutinina mais IL-2 recombinante e a resposta linfoproliferativa de células T foi analisada pelo método de exclusão em azul de Trypan. Em alguns experimentos, as culturas foram mantidas na presença adicional de anticorpo anti-IL-10. Os plasmas e sobrenadantes das culturas de PBMC ativadas foram submetidos à análise da produção de citocinas, pelo método ELISA indireto, e a carga viral, detectada pelo RT-PCR. RESULTADOS: independente da carga viral plasmática, a resposta linfoproliferativa em culturas de células obtidas de gestantes infectadas pelo HIV foi inferior às amostras normais [4,2±0,37 vs 2,4±0,56 (x 10(6 células/mL; pPURPOSE: to evaluate T cell proliferation and cytokine production in HIV-1-infected pregnant women and their impact on in vitro virus replication. METHODS: peripheral blood from 12 HIV-1-infected pregnant women and from their neonates was collected. As control, 10 samples from non-infected pregnants were also colleted. The CD4+ and CD8+ T cell counts were assayed by flow cytometry. Peripheral blood mononuclear cells (PBMC and plasma were obtained by centrifugation with and without Ficoll-Hypaque gradient, respectively. The freshly purified PBMC were kept in cultures for seven days with PHA plus r-IL-2, and the lymphoproliferative response was assayed by Trypan blue dye exclusion

  13. Prevalência da co-infecção HIV-sífilis em um hospital universitário da cidade do Rio de Janeiro no ano de 2005 Prevalence of HIV-syphilis coinfection in a university hospital in the city of Rio de Janeiro in 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dario José Hart Pontes Signorini

    2007-06-01

    Full Text Available Estudo de prevalência da co-infecção HIV-sífilis realizado com 830 pacientes em acompanhamento ambulatorial para HIV/aids entre janeiro e maio de 2005 no Hospital na cidade do Rio de Janeiro. Os participantes realizaram exames de VDRL (veneral disease research laboratory, contagens de células CD4+/CD8+ e de carga viral e responderam perguntas sobre características sócio-demográficas e história prévia de sífilis. A prevalência da sífilis foi de 2,7% (22, a relação entre homens e mulheres co-infectados foi de 4:1, aproximadamente. Homossexuais masculinos foram os mais acometidos e não encontramos associação entre co-infecção e idade, escolaridade e parâmetros laboratoriais testados. Do total de casos com sífilis, 73% (16 relataram tratamento prévio; destes, 14 (88% pacientes foram re-infectados, enquanto 2 (12% pacientes realizaram tratamento inapropriado. A presença de co-infecção HIV-sífilis em pacientes em acompanhamento rotineiro alerta-nos para necessidade de aconselhá-los a adotar práticas sexuais seguras durante os seus atendimentos ambulatoriais.This was a study on the prevalence of HIV-syphilis coinfection among 830 HIV/AIDS patients who were being followed up as outpatients at a hospital in Rio de Janeiro between January and May 2005. The participants underwent laboratory tests at the venereal disease research laboratory (VDRL consisting of CD4+/CD8+ cell counts and viral load tests. They answered questions about their sociodemographic characteristics and past medical history of syphilis. The prevalence of syphilis was 2.7% (22 patients and the ratio between men and women with coinfection was approximately 4:1. Homosexual men were the category most affected. We did not find any association between coinfection and age, schooling and the laboratory parameters tested. Out of the total number of patients with syphilis, 73% (16 reported previous treatment; of these, 14 (88% were reinfected, while two (12

  14. Mortality, TB/HIV co-infection, and treatment dropout: predictors of tuberculosis prognosis in Recife, Pernambuco State, Brazil Mortalidade, co-infecção por HIV/AIDS e abandono do tratamento como fatores prognósticos para tuberculose em Recife, Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Pereira Domingos

    2008-04-01

    Full Text Available This non-concurrent cohort study aims to identify predictors of tuberculosis mortality in a large population database in Brazil. Tuberculosis, death, and TB/HIV cases were validated respectively from the tuberculosis surveillance (SINAN/TB, mortality (SIM, and SINAN/AIDS databases for a five-year period. Analysis included proportional hazard models with relative risk estimates. Out of 5,451 individuals reported with tuberculosis, 320 (5.9% died (incidence and mortality rates of 98.6 and 12.2/100 thousand inhabitants, respectively. After adjustment, relative risk of dying from tuberculosis was 9.8 for individuals > 50 years of age; 9.0 for TB/HIV co-infection; 3.0 for mixed TB clinical presentation; and 2.0 for treatment dropout. In the multivariate model, using cases with HIV/AIDS, all adjusted predictors lost significance except mixed clinical presentation (RR 1.9; 1.1-3.1. TB/HIV co-infection is an important predictor of TB mortality. However, among individuals without HIV/AIDS, mortality is still highly associated with older age, mixed clinical forms, and treatment dropout.Este estudo de coorte não concorrente objetivou identificar fatores associados ao óbito por tuberculose em pacientes notificados ao sistema de vigilância de tuberculose (SINAN/TB, residentes em Recife, Pernambuco, Brasil, de 1996-2000. Óbito por tuberculose e co-infecção HIV/AIDS foram validados nos Sistemas de Mortalidade (SIM e SINAN/AIDS. Análise de sobrevida modelos de riscos proporcionais de Cox foram utilizados. Dos 5.451 indivíduos diagnosticados (coeficiente de incidência de 98,6/100 mil habitantes, 320 (5,9% foram ao óbito por tuberculose (coeficiente de mortalidade de 12,2/100 mil habitantes. O risco relativo ajustado de morrer foi de 9,8 para maiores de 50 anos, 9,0 para indivíduos com co-infecção HIV/AIDS, 3,0 para aqueles com apresentação mista e 2,0 para pacientes que abandonaram o tratamento. Quando se estratificou a população em dois grupos

  15. Alterations in lipid transfer to High-Density Lipoprotein (HDL and activity of paraoxonase-1 in HIV+ patients Alterações na transferência de lípides para a lipoproteína de alta densidade (HDL e atividade da paroxonase 1 em pacientes HIV+

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Nunes Daminelli

    2008-08-01

    transcriptase reversa e não-nucleosídicos (NRTI+NNRTI e 10 sob tratamento com NRTI e inibidor de protease (NRTI+PI. Analisou-se a atividade da paroxonase 1 e a transferência de colesterol livre e esterificado, triglicérides e fosfolipídios de uma nanoemulsão lipídica para a HDL. Pacientes HIV+ apresentaram menor atividade da paroxonase 1 e menor transferência de colesterol livre e triglicérides em relação aos indivíduos saudáveis. A transferência de fosfolipídios foi maior nesses pacientes, mas a transferência de éster de colesterol foi similar. NRTI+NNRTI aumenta a transferência de éster de colesterol e triglicérides, mas em NRTI+PI não houve diferença comparando com os pacientes HIV+ não tratados. A HDL de pacientes HIV+ tem propriedades antioxidantes reduzidas, evidenciada pela menor atividade da paraxonase 1, e transferência de lipídios alterada, sugerindo que a HDL apresente função defeituosa nestes pacientes.

  16. Resposta de testes de hipersensibilidade tardia utilizando PPD e outros antígenos em crianças e adolescentes saudáveis e infectados pelo HIV-1 e vacinados com BCG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Moriya Xavier da Costa

    2011-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A contagem de células CD4+ representa marcador da resposta imune celular em pacientes infectados pelo HIV-1. Testes cutâneos de hipersensibilidade tardia (DTH podem ser empregados para avaliar in vivo respostas celulares a antígenos comuns. MÉTODOS: DTH para derivado proteico purificado de tuberculina (PPD, esporotriquina, tricofitina, candidina e estreptoquinase/estreptodornase foram realizados. Foram testados crianças/adolescentes infectados pelo HIV-1 (n=36 e indivíduos saudáveis (n=56, soronegativos para HIV-1/HIV-2 pareados por sexo-idade, todos com cicatriz vacinal por BCG. Teste exato de Fisher foi aplicado (p<0,05. RESULTADOS: Entre as crianças/adolescentes infectados pelo HIV-1, mediana de idade=8,1 anos; 20/36 eram do sexo masculino; 35 casos de transmissão vertical; 34 casos de AIDS sob terapia antirretroviral; mediana de carga viral = 3.04lc10 cópias/ml; mediana de contagem de células CD4+ = 701 células/μl. Entre os infectados e saudáveis a reatividade DTH a pelo menos um dos antígenos foi, respectivamente, 25% (9/36 e 87,5% (49/56 (p<0,001. Reatividade à candidina predominou nos infectados (8/36, 22% e ao PPD nos indivíduos saudáveis (40/56, 71,4%. A reatividade ao PPD entre infectados foi de 8,3% (p<0,01. A mediana da induração ao PPD foi 2,5mm (variação: 2-5mm entre infectados e 6,0mm (variação: 3-15mm entre os saudáveis. Não observamos correlação entre positividade ao PPD e idade. No grupo de infectados, não observamos correlação entre contagens de células CD4+ e reatividade ao DTH. CONCLUSÕES: Respostas DTH significativamente diminuídas, incluindo a reatividade ao PPD foram observadas em crianças/adolescentes infectados pelo HIV-1 comparadas com controles saudáveis, provavelmente refletindo doença avançada e supressão da imunidade mediada por células T.

  17. EFECTOS POSITIVOS Y NEGATIVOS DE LOS MEDIOS DE COMUNICACIÓN SOCIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Serpa Florez

    1982-12-01

    Full Text Available

    Un tema amplio fue escogido por la Asociación Latinoamericana de Academias de Medicina. Estudiar los "Efectos Positivos y Negativos de los Medios de Comunicación Social".

    En su conjunto, entre tales medios podríamos englobar el gesto y la palabra, que desde el comienzo de la humanidad han sido usados por el hombre para comunicarse. O incluír, con el descubrimiento de la escritura milenios después, la influencia de ésta sobre la evolución del hombre, cada vez mayor a medida que se fueron inventando técnicas para hacer más fácil su difusión, con la imprenta como paso gigantesco del progreso.

    La cultura se ha enriquecido con estas adquisiciones (con la invención de la palabra podríamos aceptar que la sorprendente evolución de nuestra especie comenzó: "En el principio fue el verbo ... ". y al lado de los factores negativos que tales medios de comunicación han tenido sobre el hombre, sería necio negar que los factores favorables han sido superiores.

    Desde luego, nuestra Asociación, al señalar tan ambiciosa meta, seguramente ha querido (trascendiendo las primeras fases de la vida social en la historia de la humanidad, en las que por centurias el aprendizaje se basó en la transmisión de los conocimientos por medio de leyendas y mitos que quedaron grabados en el inconsciente colectivo y luego, ya en la época histórica, gracias a la lectura, aumentando el acervo cultural de los pueblos con la
    invención del libro que ha permitido conservar las enseñanzas y hacerlas llegar a los hombres en el trasegar tranquilo de las escuelas y las bibliotecas centrar nuestro interés e investigación sobre el impacto que está causando la revolución tecnológica al producir, en virtud principalmente de la electrónica, la "cultura de masas" con la invención del telégrafo, el teléfono, la radiofonía y, por último, la televisión.


    En un comienzo fue la imitación, uniendo las percepciones del ojo y del o

  18. Morbidade puerperal em portadoras e não-portadoras do vírus da imunodeficiência humana Puerperal morbidity in HIV-infected and non-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico José Amédeé Péret

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a morbidade de puérperas portadoras e não-portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: estudo prospectivo, controlado, realizado entre julho de 2001 e setembro de 2003, com inclusão na ocasião do parto de pacientes portadoras e não-portadoras do HIV. A morbidade foi dividida em menor (sangramento pós-parto aumentado, febre e endometrite e maior (hemotransfusão, alterações profundas da ferida operatória e necessidade de intervenção cirúrgica, e foi avaliada quanto à presença ou não de infecção pelo HIV e o tipo de parto. Foram avaliadas 205 puérperas: 82 portadoras do HIV (grupo HIV-casos e 123 não-portadoras. As variáveis contínuas foram analisadas pelo teste t de Student, e as categóricas pelos testes do chi2 e exato de Fisher, por meio do software Epi-Info 2000 (CDC, Atlanta. RESULTADOS: ocorreu morbidade puerperal em 18 pacientes do grupo HIV-casos (22% e 17 do grupo-controle (14%, com predomínio das variáveis de morbidade menor, sem diferença significativa entre os grupos, exceto pelo risco mais alto de endometrite no grupo HIV-casos (RR=1,05; IC a 95%:1,01-1,1. Não foi observada diferença significativa entre os grupos quanto aos tipos de parto. Houve somente duas ocorrências de morbidade maior: hemotransfusão e fasciite necrotizante. CONCLUSÕES: puérperas portadoras do HIV apresentam morbidade semelhante à das puérperas não-portadoras do vírus, apesar da predominância de morbidade menor e do risco aumentado de endometrite no grupo portador do vírus. O acompanhamento clínico no puerpério imediato é estratégico para a identificação precoce da morbidade materna.PURPOSE: to evaluate puerperal morbidity in HIV-infected and HIV non-infected puerperal women. METHODS: longitudinal and controlled study performed from July 2001 to September 2003, in 205 pregnant women admitted for birth delivery at Odete Valadares Maternity, divided in two groups: HIV-infected women

  19. Adolescentes em situação de rua: prostituição, drogas e HIV/AIDS em Santo André, Brasil Street youth: prostitution, drugs and HIV/AIDS in Santo André-Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Lima Guerra Nunes

    2009-04-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi investigar as condições de vida de adolescentes do sexo feminino em situação de rua, envolvidas com o abuso de drogas e com a prostituição, visando orientar estratégias de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST/AIDS. Foram entrevistadas sete adolescentes entre 14 e 19 anos, por meio de roteiro semi-estruturado com questões sobre escolaridade; desligamento da família; violência; histórico de uso de drogas, sexualidade e existência de DST/AIDS; vida na rua e futuro. Observou-se que os principais motivos que levaram essas adolescentes à rua foram violência doméstica; baixo nível sócio-econômico familiar e abuso de múltiplas drogas. As entrevistadas afirmaram conhecer medidas preventivas para as DST/AIDS, porém não as aplicaram aos clientes fixos e namorados. A análise dos resultados obtidos nesta pesquisa confirma a importância da criação de estratégias específicas para as DST/AIDS, além da adequação da rede educacional e de atenção psicossocial às necessidades das adolescentes para a garantia de seus direitos e conquista da emancipação.The aim of this study was to investigate living conditions of female street adolescents, who are involved with illicit and licit drugs, and with prostitution, in the city of Santo André, as well as to tailor strategies for STD/AIDS prevention. We have interviewed seven adolescents, aged from 14 to 19 years old, using a semi-structured questionnaire with questions about education, family disaffection, violence, living on the streets, history of drug use, sexuality, level of information about STD/AIDS, and hopes for the future. We observed that among the reasons for these adolescents to live on the streets were domestic violence, low socioeconomic level, and drug abuse. They stated that they are aware of STD/AIDS preventive measures, but they do not bring them into effect with steady partners and boyfriends. The analysis of our results

  20. Nitrito urinário e infecção do trato urinário por cocos gram-positivos Urinary nitrite and urinary-tract infection by gram-positive cocci

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa de Fátima Sato

    2005-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A infecção do trato urinário (ITU é uma das mais comuns na clínica médica. Os testes que utilizam tiras reagentes detectam significativamente mais infecções por bactérias gram-negativas do que por espécies gram-positivas, uma vez que o teste de nitrito não revela a presença de patógenos gram-positivos em muitos casos. OBJETIVOS: Explorar a microbiologia e a freqüência de infecção urinária por cocos em adultos sintomáticos, relacionando-as com o resultado de nitrito urinário, para traçar o perfil epidemiológico desses pacientes. MATERIAL E MÉTODO: Um estudo retrospectivo foi conduzido na Secretaria de Saúde do município de Maringá-PR, no período de abril de 2004 a março de 2005. RESULTADOS: Amostras de urina de 3.426 pacientes foram coletadas e analisadas. Um total de 448 (13,1% amostras foi positivo para cultura. Em 388 (86,6% casos houve crescimento de bacilos gram-negativos (BGN e em 60 (13,4% casos, cocos gram-positivos (CGP. A análise estatística de co-morbidades revelou diferença significativa na proporção de pacientes com hipertensão (31,3% com nitrito positivo versus 4,5% com nitrito negativo, p BACKGROUND: Urinary tract infection (UTI is among the most common infections in medical center. Urinalysis tests detect significantly more gram-negative infections than those due to gram-positive bacteria because the urinary nitrite test does not detect the presence of gram-positive pathogens in many cases. OBJECTIVES: Explore the microbiology and frequency of UTI by coccus in symptomatic adult patients, comparing them with urinary nitrite results, in order to delineate the epidemiological profile of these patients. MATERIAL AND METHOD: Retrospective analysis was conducted from April 2004 through March 2005 at Health Center, Maringa, Brazil. RESULTS: Urine specimens from 3,426 patients were collected and examined. A total of 448 (13.1% samples had positive culture results. There were 388 (86

  1. Evaluation of the human immunodeficiency virus type 1 and 2 antibodies detection in dried whole blood spots (dbs samples Pesquisa de anticorpos contra o vírus da imunodeficiência humana tipos 1 e 2 em amostras de sangue seco coletadas em papel filtro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Cauduro de Castro

    2008-06-01

    Full Text Available Human Immunodeficiency Vírus Type 1 and 2 antibodies detection was performed in 457 dried whole blood spots samples (S&S 903. Q-Preven HIV 1+2 was the screening test used. The results were compared with the gold standard serum tests by ELISA (Cobas Core e Axsym HIV1/2 gO and imunofluorescence was the definitive confirmatory test. The samples were obtained from the Hospital Nossa Senhora da Conceição in Porto Alegre, RS - Brazil, through whole blood transfer to filter paper card and sent to Caxias do Sul, RS - Brazil where the tests were performed. The dried whole blood spot stability was evaluated with two different panels. The first one was composed of five negative and five positive samples stored at room temperature, 4 ºC, -20 ºC and -70 ºC, while the second was composed of two negative and three positive samples stored at 37 ºC (humidity Foram realizados 457 testes para detectar anticorpos contra o Vírus da Imunodeficiência Humana tipos 1 e 2, em amostras de sangue total seco coletadas em papel filtro (S&S 903, com o teste de triagem Q-Preven HIV 1+2, comparando-se com os resultados dos testes de triagem no soro (Cobas Core e Axsym HIV1/2 gO, sendo a imunofluorescência indireta o teste confirmatório. As amostras foram obtidas no Hospital Conceição em Porto Alegre, pela transferência de sangue total para cartão de papel filtro e encaminhadas para Caxias do Sul para a realização dos testes. Foi analisada a estabilidade da amostra em papel filtro com a utilização de dois painéis: o primeiro com cinco amostras negativas e cinco positivas armazenadas por seis semanas à temperatura ambiente, 4 ºC, -20 ºC e -70 ºC; o segundo com duas negativas e três positivas armazenadas por seis semanas com avaliações semanais a 37 ºC (umidade <50%. Os resultados de todas as amostras testadas foram mantidos. A sensibilidade foi de 100%, a especificidade de 99,6%, o valor preditivo positivo de 99,5% e o valor preditivo negativo de 100

  2. Estudo piloto: Desvio positivo de pacientes hipertensos na cidade de Barbacena, Minas Gerais – Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno José Guedes Silva

    2015-10-01

    Full Text Available A hipertensão arterial sistêmica (HAS é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial (PA. 1 O paciente é considerado hipertenso quando a pressão sistólica é ≥ 140 mmHg e a diastólica é ≥ 90 mmHg em três aferições. 1-5 Embora o tratamento adequado seja importante para o controle da HAS, a prevenção se destaca, especialmente nos pacientes de risco. 5-9

  3. Estado funcional dos linfócitos T CD4+ e CD8+ e seu papel na progressão lenta da infecção por HIV em pacientes pediátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Antonio Alfonzo

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado funcional dos linfócitos T CD4+ e CD8+ de pacientes pediátricos venezuelanos infectados pelo HIV-1. MÉTODOS: As crianças foram agrupadas como progressoras rápidas (PRs ou progressoras lentas (PLs, com base no quadro clínico. Para determinar a funcionalidade dos linfócitos T CD4+ e CD8+, foram utilizadas técnicas de citometria de fluxo e caracterizados parâmetros de funcionalidade dessas células por meio de testes ex vivo como expressão de CD95/Fas e de CD127 e frequência de apoptose. Além disso, determinamos, em células mononucleares de sangue periférico, a proliferação do HIV e a produção de interleucina-10 (IL-10, do fator de necrose tumoral alfa (TNF-α e de interferon gama (IFN-γ, e também estimamos o IFN-γ intracelular em células T CD4+. RESULTADOS: Nossos resultados indicam que vários mecanismos moleculares e celulares dos linfócitos T CD4+ e CD8+ tiveram piora nos PRs em comparação com PLs e controles. Ambos os tipos de linfócitos T dos PRs apresentaram aumento na expressão de CD95/Fas (p < 0,01, redução na expressão de CD127 (p < 0,01 e elevação na frequência de apoptose (p < 0,01. Além disso, as células T desses pacientes apresentaram diminuição na capacidade de proliferação mitogênica (p < 0,05, redução na porcentagem de linfócitos T CD4+ produtores de IFN-γ (p < 0,05 e menor capacidade de produção de IL-10, TNF-α e IFN-γ (p < 0,01 em comparação com PLs e controles. CONCLUSÃO: Nossos resultados indicam que o declínio das respostas moleculares e celulares dos linfócitos T está relacionado a uma rápida progressão e à diminuição na resistência à infecção pelo HIV-1 em crianças.

  4. Co-infecção por HIV/HCV em hospital universitário de Recife, Brasil Coinfección por HIV/HCV en hospital universitario de Recife, Brasil HIV/HCV coinfection at an university hospital in Recife, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Helena Pontes de Carvalho

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência do vírus da hepatite C (HCV e fatores de risco associados com a co-infecção em pessoas soropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal, descritivo e analítico, com 343 portadores do HIV atendidos em um hospital universitário de Recife (PE, no período de março a dezembro de 2003. Os pacientes foram submetidos a um questionário padronizado sobre os fatores de risco. Nas amostras de soro foram pesquisados o anti-HCV pelo ELISA, o HCV-RNA por meio da RT-PCR e a identificação dos genótipos foi realizada no equipamento ABI377 (PE Biosystems®. As análises estatísticas utilizadas foram a univariada, a multivariada e a regressão logística múltipla. RESULTADOS: A prevalência encontrada para o HCV foi de 4,1% (14/343 pelo ELISA e de 3,2 % (11/343 quando utilizada a RT-PCR. Os genótipos mais freqüentes foram 1b (45%, 3 (33% e 1a (22%. A faixa etária com maior proporção de co-infectados foi a de 30 a 39 anos, com predomínio do sexo masculino (64,3%. Após regressão logística múltipla, apenas a variável transfusão sangüínea permaneceu como fator de risco para o HCV (OR=4,28; IC 95%: 1,44;12,73. CONCLUSÕES: A prevalência da co-infecção HIV/HCV foi baixa, a transfusão sangüínea foi um fator de risco e o genótipo 1b do HCV foi o mais freqüente.OBJETIVO: Estimar la prevalencia de virus de hepatitis C (HCV y factores de riesgo asociados con la coinfección en personas seropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudio de tipo transversal, descriptivo y analítico, con 343 portadores de HIV atendidos en un hospital universitario de Recife (Noreste de Brasil, en el período de marzo a diciembre de 2003. Los pacientes fueron sometidos a un cuestionario estandarizado sobre los factores de riesgo. En las muestras de suero fueron pesquisados el anti-HCV por ELISA, el HCV-RNA por medio de la RT-PCR y la identificación de los genotipos fue realizada en el equipo ABI377 (PE Biosystems®. Los an

  5. Viral coinfection in the oral cavity of HIV-infected children: relation among HIV viral load, CD4+T lymphocyte count and detection of EBV, CMV and HSV Co-infecção viral na cavidade bucal de crianças infectadas pelo HIV: relação entre carga viral, contagem de linfócitos T-CD4+ e detecção de EBV, CMV e HSV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane Janete Grando

    2005-09-01

    Full Text Available Viral coinfection in the oral cavity associated to HIV infection was evaluated in 180 children from birth to 13 years of age of both sexes. The oral examinations were performed at the Pediatric AIDS Outpatient Clinic, São Lucas Hospital and Clinic Hospital, both in Porto Alegre, Brazil and at the School of Dental Medicine, University Hospital Center, State University of New York at Stony Brook, USA. The aim of this study was to identify the presence of viral infections in the oral cavity. PCR technique was used to determine opportunistic viral infections caused by CMV, EBV, and HSV in mucosal swabs. A high frequency of viral infection was detected in the oral cavity of HIV-infected children determined by the PCR technique. HIV-infected children with viruses had a favorable CD4+T lymphocyte count and unfavorable viral load.A relação entre a infecção pelo HIV e a presença de diferentes tipos de vírus na cavidade bucal foi estudada em 180 crianças HIV-positivo, com idades entre zero e 13 anos de idade, de ambos os sexos. Os exames foram realizados nos Ambulatórios de Aids Pediátrica dos Hospitais São Lucas e de Clínicas, ambos em Porto Alegre, RS, Brasil e no Centro Hospitalar Universitário da Universidade Estadual de Nova Iorque, em Stony Brook (EUA. O objetivo desta pesquisa foi usar a técnica da PCR para detectar a presença dos vírus CMV, EBV e HSV na cavidade bucal desses pacientes, independentemente da presença ou não de manifestações estomatológicas relacionadas aos mesmos. Pode-se concluir que foi alta a freqüência de vírus detectados na cavidade bucal das crianças da amostra através da técnica da PCR e que a contagem média de linfócitos T-CD4+ das crianças com a presença dos vírus encontrava-se próxima da normalidade, enquanto a Carga Viral do HIV encontrava-se elevada.

  6. LA POSICIÓN DE LOS TRATADOS INTERNACIONALES EN EL SISTEMA DE FUENTES DEL ORDENAMIENTO JURÍDICO CHILENO A LA LUZ DEL DERECHO POSITIVO

    OpenAIRE

    Aldunate Lizana,Eduardo

    2010-01-01

    El presente trabajo intenta articular un modelo que permita explicar la fuerza normativa de los tratados y su posición en el sistema interno de fuentes del derecho, a partir del derecho positivo vigente.

  7. PCR detection of multiple human herpesvirus DNA in saliva from HIV-infected individuals in Teresina, State of Piauí, Brazil Detecção por PCR do DNA de vários herpesvírus humanos na saliva de indivíduos infectados pelo HIV em Teresina, Estado do Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Silene Sousa Carvalho

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Human herpesviruses are frequently associated with orofacial diseases in humans (HSV-1, EBV, CMV and HHV-8, some can also cause systemic disease (CMV and HHV-8. The transmission of these viruses occurs by contact with infected secretions, especially saliva. Human immunodeficiency virus infection is associated with an increased risk of HHVs and related diseases. METHODS: This work aimed to detect HSV-1, EBV, CMV and HHV-8 DNA in saliva of HIV-infected patients from Teresina, northeast Brazil, by PCR and compare these findings with age and sex matched HIV-seronegative individuals. RESULTS: No difference in prevalence was verified between HHV detection in the saliva of HIV-seropositive individuals and controls. The individual frequencies of these viruses in these two populations were different. HIV seropositivity correlated positively with the presence of CMV (OR: 18.2, p= 0.00032 and EBV (OR: 3.44, p= 0.0081. No association between CD4 counts and the prevalence of HHVs in the saliva was observed; however, a strong association was determined between seropositivity and the presence of multiple HHV DNAs in saliva (OR: 4.83, p = 0.0028. CONCLUSIONS: These findings suggest the asymptomatic salivary shedding of HHVs is a common event between HIV-seropositive and seronegative individuals from Teresina, Piauí, Brazil, and, especially for HIV-seropositive patients, saliva is a risk factor for the acquisition/transmission of multiple HHVs.INTRODUÇÃO: Alguns herpesvírus humanos são frequentemente associados a doenças orofaciais em humanos. A transmissão destes vírus ocorre através do contato com secreções contaminadas, especialmente a saliva. A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana é considerada um fator de risco para a aquisição de HHVs e doenças correlatas. MÉTODOS: Este trabalho teve como objetivo detectar por PCR o DNA de HSV-1, EBV, CMV e HHV-8 na saliva de pacientes infectados com HIV em Teresina, nordeste do

  8. Lipodystrophy syndrome associated with antiretroviral therapy in HIV patients: considerations for psychosocial aspects Síndrome de la lipodistrofia asociado con la terapia antiretroviral en pacientes con VIH: consideraciones para los aspectos psicosociales Sindrome da lipodistrofia associada com a terapia anti-retroviral em portadores do HIV: considerações para os aspectos psicossociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Morais Fernandes

    2007-10-01

    son necesarios para entender mejor este complejo síndrome, proveyendo nueva información para ser utilizada en el cuidado de enfermería para pacientes con VIH que están afectados por este problema.Diversos efeitos colaterais têm sido associados à terapia anti-retroviral em portadores da infecção pelo HIV, dentre esses, a síndrome da lipodistrofia apresentando hiperlipidemia e alterações na forma do corpo, com hipertrofia adiposa central e lipoatrofia periférica, relatada pelos pacientes como um visível marcador para a identificação de portadores da infecção pelo HIV. Este estudo consiste em análise da produção científica sobre aspectos psicossociais em portadores da infecção pelo HIV que apresentam lipodistrofia associada à utilização da terapia anti-retroviral. Os resultados mostram que alterações corporais podem ser suficientemente perturbadoras para o bem-estar psicossocial, afetando a qualidade de vida e aumentando o estigma da doença, ocasionando perturbações nas relações sociais. Esta revisão possibilita uma análise preliminar dos aspectos psicossocias da lipodistrofia; entretanto, outros estudos são necessários para o melhor entendimento desta complexa síndrome, trazendo novas informações a serem utilizadas no cuidado de enfermagem a portadores da infecção pelo HIV afetados por este problema.

  9. Relatos de caminhoneiros sobre a prevenção do HIV e o material educacional impresso: reflexões para educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleice Kelly Sobrinho-Santos

    2015-12-01

    Full Text Available ResumoItabaiana (SE é considerada a capital nacional dos caminhoneiros. A rota mais frequentemente utilizada por esses profissionais liga o nordeste do Brasil à cidade de Santos (SP, considerada, no passado, a capital mundial da AIDS. Levando-se em conta, ainda, características como baixa escolaridade, constante trânsito e cultura machista relacionadas com esse grupo, justificam-se os objetivos dessa pesquisa, que buscou identificar os conhecimentos e as crenças socialmente compartilhadas entre os profissionais do transporte de carga do município de Itabaiana a respeito da AIDS e da prevenção do HIV, especialmente a eficácia dos materiais impressos no processo de educação em saúde. Foram entrevistados sete profissionais, e o relato obtido mostrou indicadores sobre os seus saberes acerca da contaminação, da prevenção e do portador de HIV, além da (ineficácia dos materiais impressos utilizados nas campanhas de prevenção com relação aos propósitos educativos a que se destinam.

  10. Actitud de los estudiantes en tres facultades de odontología en Santiago de Cali, Colombia, frente a pacientes con VIH Atitude dos estudantes em três faculdades de odontologia em Santiago de Cali, Colômbia, frente a pacientes com HIV Attitudes of students at three dental schools in Santiago de Cali, Colombia, toward HIV+ patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Lucía Acosta de Velásquez

    2011-11-01

    Full Text Available Objetivos: Conocer la actitud de estudiantes de odontología de Cali respecto del manejo de personas con diagnóstico de VIH/SIDA. Método: Estudio observacional descriptivo mediante aplicación de una encuesta aplicada en 1.173 estudiantes de tres facultades de odontología de Cali, clasificados en tres grupos (preclínica, clínica inicial y clínica final. Resultados: participó un 63,4%; 50% tenía menos de 20 años, 68% mujeres. 92% solteros y 82% católicos. Se encontró actitud positiva entre 86% y 92%, la disposición de atender pacientes fue más favorable en preclínica (p=0.03. Aunque 88,7% mostró disposición de atender pacientes VIH+; entre los que pensaban que sería difícil hacerlo para su personal auxiliar, se encontró 33% de estudiantes con probabilidad de hacerlo, (p= 0.03. Cuando se interrogó sobre conocimientos acerca del VIH/SIDA, 66,7% (clínica final y 82,2% (preclínica percibían que no habían recibido entrenamiento previo (pObjetivos: Conhecer a atitude de estudantes de odontologia de Cali a respeito do manejo de pessoas com diagnóstico de HIV/AIDS. Método: Estudo observacional descritivo mediante aplicação de um questionário aplicado em 1.173 estudantes de três faculdades de odontologia de Cali, classificados em três grupos (pré-clínica, clínica inicial e clínica final. Resultados: participaram 63,4%; 50% tinham menos de 20 anos, 68% mulheres. 92% solteiros e 82% católicos. Foi encontrada atitude positiva entre 86% e 92%; a disposição de atender pacientes foi mais favorável na pré-clínica (p=0.03. Ainda que 88,7% mostraram disposição de atender pacientes HIV+; entre os que pensavam que sería difícil fazê-lo para o seu pessoal auxiliar, foram encontrados 33% de estudantes com probabilidade de fazê-lo, (p= 0.03. Quando se interrogou a cerca de conhecimentos sobre HIV/AIDS, 66,7% (clínica final e 82,2% (pré-clínica perceberam que não haviam recebido treinamento prévio (pObjective: To know

  11. Pesquisa da proteína 24 do vírus da imunodeficiência humana (HIV nas fezes de triatomíneos alimentados em pacientes com aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuzzo Silmara Fuso

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar se pode haver eliminação da proteína p24, antígeno que é um dos marcadores da infecção pelo HIV, pelas fezes de triatomíneos. Foi avaliado o possível risco de contaminação por parte de profissionais que exercem atividades laboratoriais relacionadas aos triatomíneos, e também verificado o eventual mecanismo de disseminação do HIV. MÉTODO: Os triatomíneos (Triatoma infestans alimentaram-se com sangue de 23 pacientes acometidos de AIDS e nos quais estava presente a p24. As fezes desses insetos foram examinadas 24 e 48 horas depois como tentativas de evidenciar a presença do antígeno. As pesquisas da p24 sempre ocorreram por meio de técnica imunoenzimática. RESULTADO E CONCLUSÃO: Em nenhuma das ocasiões sucedeu detecção da p24. De acordo com a metodologia adotada o objetivo pôde ser alcançado, no sentido de mostrar que a eliminação da p24 nunca aconteceu. Talvez outras formas de agir revelem fatos diferentes e subsidiem o que se conhece quanto aos riscos de veiculação do HIV.

  12. Evolução dos conhecimentos, atitudes e práticas relativas ao HIV/Aids em uma população de favela do Rio de Janeiro Trends in HIV/Aids-related knowledge, attitudes, and practices in a Rio de Janeiro slum population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Claudio Lara Fernandes

    1998-07-01

    Full Text Available O estudo visa acessar o estágio atual de conhecimentos, atitudes e comportamentos relativos ao HIV/Aids na população da favela da Rocinha, a qual vem sendo abrangida por um programa de controle há 6 anos. Foram entrevistados 210 moradores com idade entre 13 e 49 anos, de ambos os sexos, comparando-se os resultados com os de um outro estudo realizado em 1990, com a mesma metodologia e tamanho amostral. Observou-se uma associação significativa entre o fato de ser solteiro e do sexo masculino, com um maior índice de adoção de comportamentos preventivos. Persistem concepções incorretas quanto ao papel do mosquito e do ato de doar sangue, na transmissão do vírus. Comparando-se os dois estudos realizados, houve um aumento significativo da importância da escola na transmissão de informações sobre o HIV/Aids, e um aumento no uso de preservativos. São sugeridos novos esforço, a fim de melhorar a informação sobre as formas de transmissão do vírus, bem como de apoio à reflexão e decisão comportamental dos casais. É salientada a necessidade de estabelecimento de políticas consistentes de distribuição de preservativos para a população em geral.The study aims to evaluate the present stage of knowledge, attitudes, and behavior related to HIV/AIDS in the population of Rio de Janeiro's Rocinha slum, the target of a control program over the last 6 years. We interviewed two hundred and ten people of both sexes, ranging from 13 to 49 years of age, and the results were compared with those of a study conducted in 1990 with the same methodology and sample size. The analysis showed an association between single males and more preventive behavior. Misconceptions about the role of mosquito bites and blood donation in the transmission of HIV persist, almost in the same proportion. Comparing the two samples, there was a significant increase in the role of HIV/AIDS education provided by schools, and the study also identified an increase in

  13. Suplementação de N-acetilcisteína em pacientes infectados pelo HIV submetidos ao primeiro tratamento anti-retroviral: Avaliação do efeito sobre a carga viral, TNF-α, IL-6, IL-8, β2-microglobulina, IgA, IgG e IgM, haptoglobina e α1-glicoproteína ácida N-acetylcysteine supplementation of HIV-infected patients under the first anti-retroviral treatment: Evaluation of the effect on viral load, TNF-α, IL-6, IL-8, β2-microglobulin, IgA, IgG, IgM, haptoglobin and α1-acid glycoprotein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aricio Treitinger

    2002-03-01

    Full Text Available Indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV- 1 apresentam aumento progressivo da carga viral, da destruição do sistema de defesa imune celular e alterações imunológicas e inflamatórias, incluindo a elevação dos níveis séricos do fator de necrose tumoral alfa (TNF-α, interleucina 8 (IL-8, β2- microglobulina, IgA, IgG e IgM, haptoglobina e α1-glicoproteína ácida.O objetivo deste estudo foi avaliar os níveis séricos destes marcadores em indivíduos submetidos ao primeiro tratamento antiretroviral, suplementados ou não com N-acetilcisteína. Participaram deste estudo, duplo cego controlado por placebo, que teve a duração de 180 dias, 24 indivíduos que iniciaram a terapia antiretroviral O Grupo Estudo foi constituído por 11 indivíduos, que receberam suplementação de 600 mg/dia de Nacetilcisteína enquanto o Grupo Controle foi constituído por 13 indivíduo que receberam placebo. Os níveis dos marcadores avaliados foram determinados no dia anterior ao início do tratamento a que foram submetidos e após 60, 120 e 180 dias. Verificou-se diminuição significativa dos níveis de TNF-α (p=0,0001, IL-6 (p>0,05, IL-8 (p=0,0001, β2-microglobulina (p=0,0005, IgA (p=0,007, IgG (p=0,001, IgM (p=0,0001, haptoglobina (p=0,0001 e α1-glicoproteína ácida (p=0.012 em decorrência do tratamento anti-retroviral. A suplementação com N-acetilcisteína, na dose utilizada neste estudo, não teve efeitos aditivos ou sinérgicos sobre as variáveis analisadas. Em conclusão, a suplementação de pacientes HIV-positivos com 600 mg/dia de N-acetilcisteína não proporcionou benefícios adicionais àqueles decorrentes do tratamento anti-retroviral.Human immunodeficiency virus infection is associated with a progressive elevation of viral load and with a continuous destruction of the immune cellular defense system which is marked by immunological and inflammatory disorders characteristic of HIV-infected individuals. These

  14. Aspectos epidemiológicos da tuberculose em crianças e adolescentes no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaise Pereira Matos

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os aspectos epidemiológicos da tuberculose infantil (TB em hospital de referência. MÉTODOS: Estudo retrospectivo (1999-2008 de 473 indivíduos (0-14 anos com TB confirmada, ou com melhora clínica até o quarto mês de tratamento sob os cuidados da unidade, incluindo a revisão dos prontuários médicos, fichas de acompanhamento clínico de TB e fichas de notificação da unidade de TB do hospital. RESULTADOS: Dentre os 473 casos de TB incluídos no estudo, 52% apresentou reatividade à prova tuberculínica, 66% história de contato com paciente com tuberculose pulmonar, principalmente intradomiciliar, sendo o pai/padrasto o familiar mais envolvido; TB disseminada em 22%. O resultado do teste de HIV foi obtido em 265 casos (56%, sendo positivo em 45 (17%. O diagnóstico de TB foi confirmado em 31% dos casos, mais frequentemente em crianças com idade acima de 5 anos, com prova tuberculínica negativa, e nas formas disseminadas. Das 65 culturas positivas para a TB realizadas no estudo, o teste da sensibilidade às drogas anti-TB foi obtido em 30 casos (46%, entre os quais 10 (33% eram resistentes a um ou mais fármacos anti-TB, e 2 (0,8% eram multirresistentes. Entre os pacientes com tuberculose pulmonar confirmada, 31% não preencheram os critérios para iniciar o tratamento com anti-TB de acordo com pontuação do Ministério da Saúde (< 25 pontos. CONCLUSÃO: A elevada percentagem de TB resistente à fármacos e a co-infecção com HIV identificados neste estudo enfatiza a necessidade de realizar estudos adicionais para avaliar tal impacto nas atividades de controle da TB infantil.

  15. Informação/educação em DST/AIDS/sexualidade humana - um relato de experiência de 14 anos Information/education in STD/AIDS/human sexuality - a case report after 14 years of experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elucir Gir

    1998-12-01

    Full Text Available As autoras relatam suas experiências de 14 anos sobre informação/educação em Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids e Sexualidade Humana. Descrevem as ações implementadas, destacando os resultados positivos, bem como os negativos. Quanto aos resultados positivos destacam evidentemente a divulgação de informações sobre medidas preventivas acerca da infecção pelo HIV/AIDS, DST e aspectos da sexualidade humana a diversos segmentos da comunidade leiga e científica, bem como, o repasse do aprendizado adquirido nessas vivencias para o ensino de graduação, pós-graduação e desenvolvimento da pesquisa. Quanto aos negativos, perceberam a dificuldade em avaliar as ações de informações, ou seja palestras, por constituírem-se uma estratégia de comunicação praticamente unilateral. Nessa trajetória apontam alguns fatos que historicamente marcaram a implementação de ações oficiais.The authors present their 14-year experience about Information/education on sexually transmitted diseases/Aids and human sexuality. They describe the actions inplemented, emphasizing the positive and negative points. Concerning the positive results they mention the divulgation of information about preventive measures against HIV infection/Aids, Sexually Transmitted Diseases and human sexuality to several people from scientific and non scientific community. Another positive point is the transmission of knowledge gotten in such experiences at undergraduation and graduation teaching, as well as the development of research. Concerning the negative aspects, the difficult to evaluate the information actions, specially lectures was perceived, mainly because it is a communication tool basically unilateral. The authors mention some facts that historically influenced the implementation of the official actions.

  16. Perfil epidemiológico de puérperas e prevalência de anticorpos para infecção pelo HIV e vírus da hepatite C em Cuiabá, Mato Grosso Epidemiologic profile of puerperals and prevalence of antibodies for HIV and hepatitis C virus infection in Cuiabá, Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica de Macedo Orione

    2006-04-01

    Full Text Available Foi realizado inquérito soroepidemiológico com o objetivo de conhecer a prevalência da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, de anticorpos contra o vírus da hepatite C (anti-HCV, fatores de risco associados à transmissão parenteral e o perfil epidemiológico de puérperas atendidas em três hospitais conveniados com o Sistema Único de Saúde em Cuiabá-MT, no período de dezembro de 2001 a maio de 2002. Mil seiscentas e sete mulheres foram estudadas e entrevistadas de modo a se obter informações sócio-demográficas e epidemiológicas que poderiam estar associadas à transmissão do vírus da imunodeficiência humana. Foram pesquisados anticopos anti-HIV e anti-HCV, através do teste ELISA. A prevalência de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana foi de 0,5% (IC95%= 0,2 a 1,0. A maioria das participantes tinha apenas nível de ensino fundamental (58,4% e mantinha relacionamento estável com parceiro fixo (73%. Não foi evidenciada associação entre a presença de anti-HIV e o nível sócio-econômico, escolaridade, fatores de risco para doenças de transmissão sanguínea ou sexual, e com a presença de comportamento sexual de risco nas entrevistadas e em seus parceiros (relacionamentos com múltiplas parceiras ou bissexualidade. Presumiu-se que a via de transmissão heterossexual foi a principal causa de infecção nas mulheres em idade fértil na região. A prevalência do anti-HCV foi de 0,4% (IC95%= 0,1; 0,8, sendo mais freqüente entre as participantes mais velhas.A seroepidemiologic survey was performed aimed at estimating the prevalence of human immunodeficiency virus human immunodeficiency virus, the prevalence of hepatitis C virus antibodies (anti-HCV, the risk factors associated with human immunodeficiency virus transmission and the epidemiological profile of the women in puerperal period in three public Hospitals of Cuiabá City between December 2001 and March 2002. The sample was composed of 1

  17. Analisador de fibras nervosas: um estudo sobre os resultados falso-positivos Nerve fiber analyzer: a study on the false-positive results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Giampani Junior

    2001-02-01

    Full Text Available Objetivos: Determinar a especificidade do analisador de fibras nervosas- GDx em um grupo de pacientes normais, assim como os índices que mais comumente mostram-se alterados em pacientes deste grupo. Métodos: Foram submetidos a exame oftalmológico completo 50 pacientes normais (não-glaucomatosos e na seqüência obtida a análise da camada de fibras nervosas destes pacientes, utilizando-se o software GDx (LDT. Foram excluídos os olhos que não perfaziam os critérios de inclusão e utilizado apenas um olho de cada paciente após randomização, perfazendo um total de 34 olhos. Resultados e Conclusões: Obtivemos 20 exames normais e 14 exames alterados. O índice com maior freqüência de alteração foi a simetria (85,71%, e os com menor freqüência "inferior ratio" e "superior ratio" (0% cada. A especificidade obtida foi de 58,8%, elevando-se para 70,5% após correção e análise dos dados. Devemos levantar a hipótese de um exame-falso positivo quando um paciente com exame ocular normal mostrar a simetria como único índice alterado ao GDx , e lembrar do diagnóstico de glaucoma quando um paciente suspeito apresentar alteração de"inferior ratio".Purpose: To determine the fiber layer analyzer GDx's specificity in a group of normal subjects, and the most altered parameters for this group. Methods: Normal patients were examined (complete ophthalmologic examination and then we performed the fiber layer analysis with NFA- GDx (LDT. Total: 34 randomly selected eyes. Results and Conclusion: The specificity was 58.8%, and the corrected specificity 70.5%. The most altered parameter was symmetry (85.71%, and the less altered, the inferior and superior ratio (0%. When we have an isolated altered symmetry in a patient with normal IOP and normal optic disc, the false-positive diagnosis must be remembered; when a suspected glaucoma patient has an altered inferior ratio, glaucoma diagnosis must be remembered.

  18. Vulnerabilidades presentes no percurso vivenciado pelos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica Vulnerabilidades presentes en la ruta vivida por pacientes con VIH / SIDA en falla terapéutica Vulnerabilities present in the path experienced by patients with HIV / AIDS in treatment failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petra Kelly Rabelo de Sousa

    2013-04-01

    Full Text Available Um grande avanço no tratamento da AIDS deu-se com o surgimento da terapia antiretroviral. Entretanto, diversas vulnerabilidades podem estar presentes no percurso vivenciado pelos pacientes durante o tratamento. Objetivou-se analisar as vulnerabilidades dos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica. Estudo qualitativo realizado com sete usuários com AIDS considerados em falha terapêutica, em uma Unidade de Serviço Ambulatorial Especializado em HIV/AIDS, em Fortaleza-CE. Para interpretação dos dados, utilizou-se uma técnica de análise de conteúdo. Nos discursos, percebeu-se que os depoentes enfrentavam conflitos na família e, no ambiente de trabalho, dificuldades de relacionamento com as pessoas e estigma. Observou-se que os pacientes haviam vivenciado diversas situações que os tornaram mais suscetíveis à infecção por HIV e ao adoecimento.Un gran avance en el tratamiento del SIDA se llevó a cabo con el advenimiento de la terapia antirretroviral. Sin embargo, numerosas vulnerabilidades pueden estar presentes en la ruta vivida por los pacientes durante el tratamiento. Este estudio tuvo como objetivo analizar las vulnerabilidades de los pacientes con VIH / SIDA en falla terapéutica. Estudio cualitativo en que fueran incluidos siete usuarios con el SIDA y en falla terapéutica, atendidos en una Unidad de Servicios Ambulatorios en VIH / SIDA, en Fortaleza-CE. Para interpretar los datos, se utilizó una técnica de análisis de contenido. Por medio de los discursos, verificó-se que los pacientes enfrentaban conflictos en la familia y, en el trabajo, relaciones difíciles con la gente y el estigma. Fue observado que los pacientes han experimentado muchas situaciones que les hizo más susceptibles a la infección por el VIH y la enfermedad.A major breakthrough in AIDS treatment occurred with the advent of antiretroviral therapy. However, several vulnerabilities may be present in the path experienced by patients during treatment. This

  19. Evaluation of the histopathological hepatic lesions and opportunistic agents in Brazilian HIV patients Avaliação das alterações histológicas hepáticas e infecções oportunistas em pacientes brasileiros infectados pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziella Hanna Pereira

    2010-02-01

    Full Text Available INTRODUCTION: to evaluated the type histopathological hepatic lesions and opportunistic agents in Brazilian HIV-infected patients. METHODS: we examined 52 percutaneous liver biopsies of 50 HIV-infected patients who had at least two of the following conditions: fever of unknown origin, unexplained severe emaciation, hepatomegaly or abnormal liver chemistry. The specimens were cultured for mycobacteria and fungi and stained by standard procedures. RESULTS: reactive patterns, granulomatous hepatitis and chronic active hepatitis were verified in 28 (54%, 11 (21% and 8 (15% of the patients respectively. Opportunistic infections were diagnosed in 18 (36% patients: mycobacteria in 12 (24%, Cryptococcus neoformans in 5 (10% patients and mycobacteria and yeast was isolated from the same liver fragment in one patient. CONCLUSIONS: mycobacteriosis was the most common opportunistic infection and liver tissue culture is an important method to detect opportunistic agents, even in the absence of histological lesions.INTRODUÇÃO: avaliar os tipos de lesões histopatológicas e infecções oportunistas de Brasileiros infectados pelo HIV. MÉTODOS: Foram analisadas 52 biópsias hepáticas percutâneas de 50 pacientes que apresentavam pelo menos duas das alterações: febre de origem indeterminada, emagrecimento inexplicado, hepatomegalia ou anormalidades na bioquímica hepática. O fragmento de tecido hepático foi submetido a histopatologia por métodos habituais e cultura para micobacteria e fungo. RESULTADOS: padrão reacional, hepatite granulomatosa e hepatite crônica ativa foram encontrados em 28 (54%, 11 (21% e 8 (15% dos pacientes respectivamente. Infecções oportunistas foram diagnosticadas em 18 (36% dos pacientes: micobacteria em 12 (24%, Cryptococcus neoformans em 5 (10% pacientes e micobacteria e fungo foram isolados no mesmo fragmento em um paciente. CONCLUSÕES: micobacteriose foi a infecção oportunista mais comum e a cultura de tecido hep

  20. Perfil epidemiológico dos usuários dos Centros de Testagem e Aconselhamento do Estado de Santa Catarina, Brasil, no ano de 2005 Epidemiological profile of the clientele in HIV Testing and Counseling Centers in Santa Catarina State, Brazil, 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ione Jayce Ceola Schneider

    2008-07-01

    Full Text Available Este estudo caracteriza o perfil dos usuários que procuraram os Centros de Testagem Anônima (CTAs em Santa Catarina, Brasil, em 2005, e determina os fatores associados à contaminação pelo HIV. Foi realizado um estudo retrospectivo transversal em pessoas que freqüentaram os CTAs. Foram analisados os dados de 22.846 entrevistas realizadas no momento pré-teste, 64,7% sexo feminino e 35,3% masculino. A prevalência de HIV positivo encontrada nesses exames foi de 2% no sexo feminino e 5,6% no masculino. Utilizou-se análise bivariada e multivariada com regressão de Poisson. Os fatores de risco independentes para o contágio pelo DST/HIV no sexo feminino foram: faixa etária, estado civil, escolaridade, situação profissional, recorte populacional, risco do parceiro fixo, uso de preservativo e motivo para não usar preservativo com parceiro fixo. No sexo masculino foram: faixa etária, escolaridade, tipo de parceiro, recorte populacional, risco do parceiro, uso de preservativo e motivo para não usar preservativo com parceiro fixo. A soropositividade para homens e mulheres apresenta-se diferente, merecendo abordagens preventivas diferenciadas.This study analyzes the user profile of HIV Testing and Counseling Centers in Santa Catarina State, Brazil, in 2005, and factors associated with HIV infection. The methodology employed a retrospective, cross-sectional study of individuals who attended Testing and Counseling Centers. Data from 22,846 interviews were analyzed (64.7% women and 35.3% men. HIV prevalence was 2.0% in women and 5.6% in men. Statistical analysis used bivariate and multivariate Poisson regression by gender. According to the Poisson regression, factors associated with HIV+ status were age bracket, schooling, marital status, professional situation, population group, steady partner's risk status, condom use, and reason for not using condoms with steady partner; for men, the independent variables were age bracket, schooling, type of

  1. Candida dubliniensis in a Brazilian family with an HIV 1- infected child: identification, antifungal susceptibility, drug accumulation and sterol composition Candida dubliniensis em uma família brasileira com uma criança infectada pelo vírus HIV: identificação susceptibilidade a antifúngicos, acúmulo de fluconazol e composição de esteróis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadja Rodrigues de Melo

    2006-09-01

    Full Text Available This study investigated the prevalence of C. dubliniensis in a Brazilian family with an HIV - infected child. A total of 42 oral isolates were obtained from eight family members. The identification of C. dubliniensis was performed by polymerase chain reactions (PCR using primers against a specific sequence of the C. dubliniensis cytochrome b gene. Only the HIV-infected child and his grandmother were colonized by C. dubliniensis. In this study C. dubliniensis isolated from the HIV-infected child exhibited high susceptibility for azoles tested with MICs of 0.125 and 0.5 µg/mL for voriconazole and fluconazole, respectively. Accumulation of [³H] fluconazole in C. dubliniensis isolated from the HIV-infected child was slightly reduced in comparison to the reference susceptible strain. C. dubliniensis isolates had significantly lower ergosterol levels in comparison to C. albicans reference strains.O presente estudo investigou a prevalência de C. dubliniensis em uma família brasileira com uma criança infectada pelo vírus HIV. Um total de 42 isolados orais foram obtidos de 8 membros da família. A identificação de C. dubliniensis foi realizada por polymerase chain reactions (PCR usando primers contra a sequência específica para o gene C. dubliniensis cytochrome b. Apenas a criança infectada pelo vírus HIV e a avó estavam colonizados por C. dubliniensis. Neste estudo C. dubliniensis isolado da criança infectada pelo vírus HIV exibiu alta susceptibilidade para azoles com concentração mínima inibitória de 0.125 and 0.5 µg/mL para voriconazole and fluconazole respectivamente. Acúmulo de [³H] fluconazol intra-celular foi ligeiramente reduzido em C. dubliniensis isolado da criança infectada pelo vírus HIV em comparação com a cepa referência sensível ao fluconazole. Isolados de C. dubliniensis neste estudo apresentaram níveis significantemente reduzidos de ergosterol da membrane celular em comparação com C. albicans.

  2. Doenças sexualmente transmissíveis em pacientes infectados com HIV/AIDS no Estado de Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Rodrigues,Eduardo Henrique Gomes; Abath,Frederico Guilherme Coutinho

    2000-01-01

    Foram estudados retrospectivamente 399 pacientes diagnosticados como infecção por HIV. Os pacientes infectados predominavam na faixa etária de 20 a 40 anos (73,4%), sendo 75% do sexo masculino. A razão entre pacientes do sexo masculino e feminino não diferiu quando foram consideradas infecção pelo HIV (assintomática) e AIDS. Os casos de infecção pelo HIV sem AIDS se concentram no grupo etário de 20-29 anos enquanto que a AIDS predomina na faixa de 30-39 anos. Dentre os pacientes infectados co...

  3. Opportunistic infections in patients with aids admitted to an university hospital of the Southeast of Brazil Infecções oportunistas em pacientes com aids internados em um hospital universitário do sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vandack Nobre

    2003-04-01

    redução da prevalência do sarcoma de Kaposi, da histoplasmose e da criptococose. Observou-se ainda significativa redução da mortalidade intra-hospitalar (42% vs. 16,9%; p = 0,00002. A concordância entre o principal diagnóstico clínico e anatomopatológico foi observada em 10 de 20 pacientes necropsiados (50%. São relatados dois pacientes com esquistossomose disseminada e dois com paracoccidioidomicose. Em conclusão, excetuando-se a toxoplasmose, houve redução das doenças oportunistas relacionadas à imunossupressão grave nos pacientes pós-HAART. Observou-se significativa redução da mortalidade intra-hospitalar, possivelmente refletindo a melhora do tratamento dos pacientes HIV-positivos em nosso meio.

  4. Transmissão Vertical Zero: parceria entre o serviço público e o terceiro setor Transmisión Vertical Cero: sociedad entre el servicio público y el Tercer Sector Project Zero Perinatal HIV Transmission: partnership between public and private agencies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janie Maria de Almeida

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Divulgar experiência multidisciplinar de parceria entre gestores da rede pública de saúde e organizações não-governamentais voltadas à atenção à gestante HIV positivo; e caracterizar as situações de exposição ao HIV por gestantes atendidas pelo Projeto Transmissão Vertical Zero do Município de Sorocaba - SP. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com emprego de fontes documentais, e com levantamento de dados para caracterização sócio-demográfica e situações de exposição ao risco de infecção pelo HIV de 120 gestantes atendidas pelo Projeto, entre 1998 e 2004. RESULTADOS: O compartilhamento de ações entre o público e o terceiro setor constituiu-se em eficiente alternativa de assistência à mulher soropositiva para o HIV, ainda que 56,7% das gestantes desconhecessem a sorologia do parceiro e 73,3% nunca terem usado preservativo. CONCLUSÃO: A parceria contribuiu para a redução da transmissão vertical do HIV em Sorocaba - SP.OBJETIVOS: Divulgar la experiencia multidisciplinaria de sociedad entre gestores de la red pública de salud y organizaciones no gubernamentales dirigidas a la atención de la gestante VIH positivo; y caracterizar las situaciones de exposición al VIH por gestantes atendidas por el Proyecto Transmisión Vertical Zero del Municipio de Sorocaba - SP. MÉTODOS: Se trata de un estudio retrospectivo realizado con el empleo de fuentes documentales, y con el levantamiento de datos para caracterización socio-demográfica y situaciones de exposición al riesgo de infección por el VIH de 120 gestantes atendidas por el Proyecto, entre 1998 y 2004. RESULTADOS: El compartir acciones entre el público y el tercer sector se constituye en una eficiente alternativa de asistencia a la mujer seropositiva para el VIH, aunque el 56,7% de las gestantes desconociese la serología de la pareja y el 73,3% nunca haya usado preservativo. CONCLUSIÓN: La sociedad contribuyó a la reducción de la transmisión vertical

  5. Risco de infecção pelo HIV: como mulheres moradoras em uma favela se percebem na cadeia de transmissão do vírus Riesgo de infección por el HIV: como mujeres moradoras en un asentamiento humano se perciben en la cadena de transmisión del virus The risk of HIV infection: perception of women living in a slum about their participation in the virus transmission chair

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    2003-02-01

    Full Text Available O número de casos notificados de AIDS em mulheres, no Brasil, continua em progressão. Esse fato motivou a realização deste estudo que foi desenvolvido com abordagem qualitativa, tendo como referencial teórico a Antropologia Cultural e o método etnográfico para a coleta e a análise dos dados. Objetivou identificar a percepção de risco de infecção pelo HIV, de mulheres moradoras em uma favela localizada na cidade de São Paulo, Brasil. Constou de entrevistas e de observação participante do contexto. Os resultados mostraram que essas mulheres demonstram conhecimentos sobre AIDS e reconhecem as várias formas de transmissão do HIV, bem como medidas de prevenção pela via sexual. Verificou-se, também, que essas mulheres não se vêem suscetíveis à infecção pelo HIV, por meio de seus parceiros, dependendo deles para se manterem saudáveis, bem com a sua família. Essa maneira de pensar e de agir pode estar contribuindo para a heterossexualização da AIDS no país.Los datos epidemiológicos vienen demostrando progreso en el número de casos notificados de SIDA en mujeres , en Brasil. Este hecho motivó la realización del presente estudio desarrollado con abordaje cualitativo, teniendo como referencial la Antropología Cultural y el método etnográfico para la recolección y análisis de los datos. Buscó identificar la percepción de riesgo de infección por el HIV de mujeres moradoras en un asentamiento humano localizado en la ciudad de São Paulo. Constó de entrevistas y de observación participante del contexto, en el período de 1995 a 1998. Los resultados mostraron que las mujeres de esta comunidad demuestran conocimientos sobre SIDA y reconocen las diversas formas de transmisión del HIV, así como el medio de prevención por la vía sexual. El análisis de los datos culturales mostró que estas mujeres no se ven susceptibles a la infección por el HIV a través de su pareja, no obstante, dependen de ellos para mantenerse

  6. Marcadores virológicos no convencionales en pacientes infectados con el virus de la inmunodeficiencia humana: ADN HIV-T, ADN HIV- 2LTR y ARN de HIV Non conventional virological markers in HIV-infected patients: T-HIV DNA, 2LTR-HIV DNA and HIV RNA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Gariglio

    2004-10-01

    Full Text Available La terapia antirretroviral de alta eficacia (TAAE induce una reducción marcada y persistente de la viremia plasmática, contribuyendo a disminuir la mortalidad y morbilidad de los pacientes HIV-positivos. Así, la carga viral (CV es el método de referencia para evaluar la eficacia terapéutica. Sin embargo, aun en presencia de una TAAE eficiente no se ha logrado la erradicación viral. En este estudio analizamos la presencia del ADN total de HIV (ADN HIV-T, del ADN no integrado con 2LTR (ADN HIV-2LTR y del ARN de HIV, en un grupo de 55 pacientes HIV-positivos en distintos estadios clínicos, con y sin TAAE, mediante ensayos de PCR con revelado colorimétrico en microplaca, optimizados en nuestro laboratorio. La sensibilidad clínica del ARN del HIV fue evaluada con el bDNA, resultando del 74% y del 64%, respectivamente, con una concordancia del 85%. Este ensayo podría ser utilizado en el seguimiento de pacientes bajo TAAE. El ADN HIV-2LTR resultó positivo en el 54% aunque estuvo ausente en pacientes con elevada CV. Este marcador se consideraba un producto lábil y su presencia se asociaba a infección reciente. Sin embargo, actuales evidencias ponen en discusión su estabilidad por lo que su significado clínico debe ser reconsiderado. La ausencia del ADN HIV-2LTR en pacientes con CV detectable puede relacionarse con la heterogeneidad de la secuencia utilizada para su detección. El ADN HIV-T estuvo presente en el 100% de las muestras y resultaría relevante como marcador de remisión cuando se dispongan de terapias que efectivamente erradiquen la infección.Highly active antiretroviral therapy (HAART induces a persistent reduction of the plasmatic viremia, contributing to decrease mortality and morbidity of infected people with human immunodeficiency virus (HIV. Thus, viral load (VL is the reference method to evaluate therapy effectiveness. However, even in the presence of efficient HAART viral eradication was yet not achieved. In this

  7. A Prevenção do HIV / AIDS segundo o olhar das mulheres: o caso do Grupo de Direitos Reprodutivos em Juiz de Fora / MGª La prevencíon del HIV/SIDA según el punto de vista de las mujeres: el caso del grupo de derechos reproductivos en Juiz de Fora / MG, Brasil HIV/AIDS prevention according to womens view: the reproductive rights group case in Juiz de Fora / MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenir Pereira de Paiva

    2006-08-01

    ção, as estatísticas indicam aumento significativo de mulheres infectadas pelo HIV. Os objetivos foram: 1 identificar as informações que as participantes do Grupo de Direitos Reprodutivos possuem sobre as formas de prevenção contra HIV/AIDS; 2 identificar estratégias de prevenção contra o HIV/AIDS que as mulheres do Grupo de Direitos Reprodutivos adotam em sua prática sexual; 3 analisar as formas de prevenção contra o HIV/AIDS adotadas pelas mulheres do Grupo de Direitos Reprodutivos no Departamento de Urgência e Emergência Norte (DUEN em Juiz de Fora- MG. Metodologia: privilegiou-se a pesquisa qualitativa, sob a forma de estudo de caso², oriundas do grupo de discussão mencionado. Para coleta de dados, empregou-se a entrevista semi-estruturada, juntamente com observação participante³ com registro em diário de campo. Os resultados sugerem que as participantes ainda mantêm perplexidades quanto às formas de transmissão do HIV, prosseguem representando a AIDS como doença perigosa e incurável4 e, a despeito de valorizarem o preservativo como mecanismo de prevenção, encontram resistência dos parceiros no que concerne ao uso do mesmo. O grupo refere não adotar métodos preventivos de forma contínua. Teorias de aprendizagem5 foram analisadas com o objetivo de conhecer em qual tipo de aprendiz estamos trabalhando. Ao final apresentam-se algumas considerações e sugestões, tendo em vista tornar mais efetivas as ações educativas nesta área da saúde pública.

  8. Positivo/natural: sátira barroca e anatomia política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Adolfo Hansen

    1989-08-01

    Full Text Available Na sátira barroca atribuída a Gregorio de Matos e Guerra (Bahia, 1682/1694, a ordem do conceito engenhoso dramatiza o conceito de ordem, segundo a doutrina neo-escolástica do corpo místico do Estado como vontade unificada no pacto de sujeição à persona mystiça do Rei. Nele, os vários topoi teológico-políticos elaboram e confirmam o conceito moderno de poder soberano absoluto. Não são mera ornamentação de uma retórica do poder "voltando" à Idade Média, muito menos oposição nacionalista, libertina, herética, etc. aos poderes constituídos, como o anacronismo costuma postular. Segundo a doutrina das duas pessoas do Rei, a sátira intervém na circunscrição do poder ordinário tendo por fundamento o poder absoluto da razão de Estado soberana. Providencialista, é anamnese do Ditado: nela, o ius é sempre lei natural expressa em leis positivas - portanto, Razão. Não se opõe ao privilégio, enfim, mas aos efeitos de seu excesso ou falta. O abuso é paixão retoricamente efetuada, a que se opõe o bom uso pré-formado na vontade real, que a enunciação prudente da persona satírica metaforiza.

  9. Coinfecção de Tb/HIV em um distrito administrativo do município de São Paulo Coinfección de TB/VIH en un distrito administrativo del municipio de Sao Paulo Coinfection of Tuberculosis / Human Immunodeficiency Virus in an administrative district in the city of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Hino

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: caracterizar o perfil sóciodemográfico e epidemiológico de pessoas com co-infecção Tb/HIV, residentes no distrito administrativo Capão Redondo do Município de São Paulo no período de 2000 a 2009. MÉTODOS: Trata-se de um estudo retrospectivo. RESULTADOS: De um total de 1.612 casos de tuberculose, 162 casos foram positivos para o HIV. Houve predomínio da faixa etária de 30 a 39 anos (39,5%, sexo masculino (61,1% e a forma pulmonar (68,5%. Apenas 47,5% dos casos evoluíram para a cura, 13% abandonaram o tratamento e 32,2% foram a óbito. RESULTADOS: Ressalta-se a necessidade do conhecimento da situação da co-infecção Tb/HIV no sentido de oferecer uma assistência adequada a esta clientela, considerando que ambas as enfermidades não podem ser discutidas isoladamente. CONCLUSÃO: Conclui-se que os casos de associação Tb/HIV contribuem para a não adesão ao tratamento e aumento da taxa de mortalidade.OBJETIVO: caracterizar el perfil sociodemográfico y epidemiológico de personas con coinfección TB/VIH, residentes en el distrito administrativo Capão Redondo del Municipio de Sao Paulo en el período de 2000 a 2009. MÉTODOS: Se trata de un estudio retrospectivo. RESULTADOS: De un total de 1.612 casos de tuberculosis, 162 casos fueron positivos para el VIH. Hubo predominio del grupo etáreo de 30 a 39 años (39,5%, sexo masculino (61,1% y la forma pulmonar (68,5%. Apenas el 47,5% de los casos evolucionaron para la cura, 13% abandonaron el tratamiento y 32,2% fueron a óbito. RESULTADOS: Se resalta la necesidad de conocimiento de la situación de la coinfección TB/VIH en el sentido de ofrecer una asistencia adecuada a esta clientela, considerando que ambas enfermedades no pueden ser discutidas aisladamente. CONCLUSIÓN: Se concluye que los casos de asociación TB/VIH contribuyen para la no adhesión al tratamiento y aumento de la tasa de mortalidad.OBJECTIVE: To characterize the sociodemographic and epidemiological

  10. Transmissão vertical do HIV: expectativas e ações da gestante soropositiva Transmisión vertical del VHI: expectativas y acciones de la gestante seropositiva HIV perinatal transmission: expectations and actions of hiv-positive pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilene Lins de Moura

    2006-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, com abordagem qualitativa, foi motivado pelo elevado número de casos de transmissão vertical do HIV. Teve como objetivo identificar as expectativas e ações da gestante HIV positivo quanto à gravidez e ao concepto. A amostra constituiu-se de 14 gestantes infectadas, assintomáticas, que conheciam sua soropositividade antes da gravidez e que estavam no 3º trimestre de gestação. Utilizou-se entrevista para a coleta de dados que ocorreu em 2001 e 2002. Empregou-se o Método do Discurso do Sujeito Coletivo para analisar os dados. Verificou-se que, quanto à maternidade, as gestantes tinham expectativas semelhantes, adaptaram-se à gravidez, e acreditavam na soronegatividade do bebê e na efetividade do tratamento. Concluiu-se pela necessidade de implementação de orientação para a saúde direcionada à mulher com enfoque na transmissão vertical do HIV/aids.Este estudio descriptivo, con aproximación cualitativa, fue motivado por el gran número de niños con transmisión vertical del VHI. Tuvo como objetivo identificar las expectativas y acciones de la gestante VHI positivo en cuanto al embarazo y al concepto. La muestra se constituyó de 14 gestantes infectadas, asintomáticas, que conocían su seropositividad antes del embarazo y que estaban en el 3.er trimestre de gestación. Para la recolección de los datos, realizada en el período de 2001 y 2002, se utilizó la entrevista. El Método de Discurso de Sujeto Colectivo fue empleado para analizar los datos. Se verificó que, en cuanto a la maternidad, las gestantes tenían expectativas semejantes. Se adaptaron a la gestación, confiaban en que el bebé seria suero negativo y en la efectividad del tratamiento realizado. Las conclusiones orientan hacia la necesidad de implementación de orientación sobre la salud de la mujer con acercamiento en la transmisión vertical del VHI/SIDA.This descriptive study with a qualitative approach was motivated by the high number

  11. Detection of HGV/GBV-C RNA in Healthy Individuals non Carrier of HBV, HIV-1/2 and HCV Detecção do RNA HGV/GBV-C em Indivíduos Saudáveis não Portadores de HBV, HIV-1/2 e HCV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angelica Ehara Watanabe

    2004-10-01

    Full Text Available The GB virus C (GBV-C/hepatitis G virus (HGV is a member of the Flaviviridae family. Based on the clinical and epidemiological profiles, this virus can be acquired mainly by parenteral transmission through contaminated blood. It was therefore investigated the presence of GBV-C/HGV RNA in the peripheral blood from healthy blood donors in the abscence of virus markers including HBV surface antigen (HBsAg, HBV core antibody (anti-HBc and HCV antibody. HIV-1, HIV-2, were also investigated. GBVC RNA was detected by reverse transcriptase and polymerase chain reactions (RT-PCR. It was detected GBV-C RNA in 6/50 (12 % blood donors. The presence of GBV-C RNA in the abscence of hepatitis B and C infection in young patients and healthy donors could indicate that this virus is capable of independent transmission and does not contribute to liver disease. O vírus da hepatite G (HGV ou GBV-C é um membro da família Flaviviridae. Baseado no perfil clínico e epidemiológico, este vírus pode ser adquirido principalmente por transmissão parenteral, por meio de sangue contaminado. Nós investigamos a presença do RNA do GBV-C/HGV em amostras de sangue periférico de doadores normais na ausência de marcadores como antígenos de superfície do HBV (HBsAg, anticorpos anti-HBc (anti-HBc, anticorpos anti-HCV e anticorpos anti-HIV-1/HIV-2. O RNA GBV-C foi detectado por reação de transcriptase reversa e reação em cadeia catalisada pela polimerase (RT-PCR. Foram analisadas 50 amostras de plasma e identificados 6 (12% amostras positivas para o RNA do GBVC. A presença de RNA GBV-C na ausência de hepatite B e C em doadores saudáveis pode indicar que este vírus é capaz de transmissão independente e não contribui para doença hepática.  

  12. HIV Prevention

    Science.gov (United States)

    ... Abroad Treatment Basic Statistics Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... Collapse All Is abstinence the only 100% effective HIV prevention option? Yes. Abstinence means not having oral, ...

  13. HIV Testing

    Science.gov (United States)

    ... Abroad Treatment Basic Statistics Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... All Collapse All Should I get tested for HIV? CDC recommends that everyone between the ages of ...

  14. Capital psicológico positivo: validación del cuestionario PCQ en España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Garazi Azanza

    2014-01-01

    Full Text Available En este estudio se describe el constructo de capital psicológico positivo (Luthans y Youssef, 2004 y la validación en España de un instrumento para medirlo: el PCQ (Psychological Capital Questionnaire. Este cuestionario mide cuatro aspectos diferentes, aunque relacionados entre sí, del concepto más amplio de capital psicológico. Estos aspectos son la autoeficacia, la esperanza, el optimismo y la resiliencia. Los resultados obtenidos (N = 372 a través del modelado de ecuaciones estructurales confirmaron que la versión española del cuestionario presenta una alta fiabilidad, así como validez convergente y discriminante. Se discuten los resultados, aportaciones y limitaciones del presente estudio.

  15. Significación clínica: falsos positivos en la estimación del cambio individual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Pardo

    2013-05-01

    Full Text Available Tanto en la investigación aplicada como en la práctica clínica es habitual tener que evaluar el cambio que experimentan los pacientes como consecuencia del tratamiento que reciben. En este trabajo se valora el comportamiento de varios métodos estadísticos diseñados para estimar ese cambio. La valoración se ha centrado en un aspecto al que todavía no se le ha prestado atención: la tasa de falsos positivos. Para ello, se ha simulado una situación de no-cambio (diseño pre-post sin cambio entre el pre y el post y se ha valorado el comportamiento de nueve estadísticos distintos en ese escenario. Se han utilizado tres tamaños muestrales distintos (25, 50 y 100 y se han simulado 1000 muestras de cada tamaño. Para evaluar el comportamiento de los estadísticos elegidos se ha calculado el porcentaje de veces que cada estadístico ha detectado un cambio. Puesto que la situación simulada es de no-cambio, cualquier alerta de cambio debe ser considerada un falso positivo. Los resultados obtenidos son bastante llamativos: ninguno de los nueve estadísticos evaluados ofrece un comportamiento aceptable. Únicamente se consiguen resultados aceptables cuando se trabaja con la desviación típica de las diferencias pre-post y se aplican criterios clásicos en lugar de los propuestos por la literatura relacionada con la significación clínica.

  16. Prevalence of IgG and IgM anti-Toxoplasma antibodies in patients with HIV and acquired immunodeficiency syndrome (AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María de la Luz Galván Ramírez

    1997-12-01

    Full Text Available With the emergence of the human immunodeficiency virus (HIV, in patients with acquired immunodeficiency syndrome (AIDS, Toxoplasma gondii has arisen as an important opportunist pathogenic agent, especcially in the central nervous system, being the most common cause of intracerebral lesions. The incidence of Toxoplasma gondii in HIV-infected patients depends principally on the existence of latent Toxoplasma parasitosis in the population affected. Through the enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA, IgG and IgM anti-Toxoplasma antibodies were found in 92 patients of which 46 (50.0% were IgG seropositive, and only one case (1.0% had IgM antibodies.Of the 92 patients: 53 were HIV seropositives and 39 had AIDS. The detection and monitoring of anti-Toxoplasma antibodies in HIV patients is essential, since in this group there is a high percentage risk of developing cerebral toxoplasmosis, which is the second cause of death in this type of patients.Com a aparição do vírus de inmunodeficiência humana (VIH, a prevalência de toxoplasmosis tem aumentado demais. Em dos pacientes com o síndrome de inmunodeficiência, a toxoplasmosis é a principal causa de morte. A incidência, de anticorpos nesse tipo de pacientes depende da prevalência da população onde se apresenta a doença. O método de Enzima Inmuno Ensaio absorvemnte (ELISA foi aplicado a 92 pacientes para determinar si eram positivos a anticorpos anti-Toxoplasma IgG e IgM. O resultado foi: 46 (50.5% foram seropositivos e un caso apresentou anticorpos IgM. D estos 92 pacientes, 53 apresentavam o virus de inmunodeficiência humana (HIV y 39 tinham SIDA. A determinação e o "monitoreo" de anticorpos anti-Toxoplasma em pacientes com HIV é indispensável, pois uma taxa elevada destos pacientes pode desenvolver a toxoplasmosis cerebral, a causa principal de morte nessos pacientes.

  17. Identification of Leishmania chagasi from skin in Leishmania/HIV co-infection: a case report Identificação de Leishmania chagasi na pele em co-infecção Leishmania/HIV: relato de caso

    OpenAIRE

    Orsini Marcela; Silva Marcelo; Luz Zélia Maria Profeta da; Disch Jolandt; Fernandes Octávio; Moreira Dalton; Guedes Antonio Carlos Martins; Rabello Ana

    2002-01-01

    A case of HIV/Leishmania co-infection presenting both visceral and cutaneous manifestations is reported. Leishmania infection was confirmed by conventional methods (parasitological approach and serology) and by PCR. Leishmania chagasi isolated from the skin lesion was characterized by enzyme electrophoresis and by restriction fragment length polymorphism of the internal transcribed spacer of the ribosomal gene.É descrito um caso de co-infecção leishmania/HIV com manifestações cutâneas e visce...

  18. Áreas de vulnerabilidade para co-infecção HIV-aids/TB em Ribeirão Preto, SP Áreas de vulnerabilidad para coinfección VIH-sida/TB en Ribeirao Preto, Sureste de Brasil Areas of vulnerability to HIV/TB co-infection in Southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugênia Firmino Brunello

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar áreas de vulnerabilidade para os casos novos de co-infecção HIV/tuberculose (TB. MÉTODOS: Estudo descritivo ecológico realizado por meio do georreferenciamento dos casos novos de HIV/TB notificados em Ribeirão Preto, SP, em 2006. Os dados foram obtidos do sistema de informação estadual paulista de notificação de TB. Os casos novos de co-infecção HIV/TB foram analisados conforme características sociodemográficas e clínicas e, posteriormente, georreferenciados na base cartográfica do município segundo endereço residencial. Os setores do município foram categorizados em três níveis socioeconômicos: inferior, intermediário e superior, com base na análise de componentes principais das variáveis do censo demográfico de 2000 (renda, instrução e percentagem de domicílios com cinco ou mais moradores. Foi calculada a incidência da co-infecção HIV/TB para cada nível socioeconômico. RESULTADOS: A co-infecção HIV/TB acometeu mais adultos do sexo masculino em idade economicamente ativa e a forma pulmonar da TB foi a mais comum. A distribuição espacial mostrou que as incidências nas áreas com níveis socioeconômicos intermediários e inferiores (8,3 e 11,5 casos por 100 mil habitantes, respectivamente foram superiores àquela (4,8 casos por 100 mil habitantes de nível socioeconômico superior. CONCLUSÕES: A taxa de incidência de co-infecção HIV/TB analisada por níveis socioeconômicos mostrou padraÞo espacial de distribuiçaÞo não homogêneo e apresentou valores mais altos em áreas de maior vulnerabilidade social. O estudo diagnosticou aìreas geograìficas prioritaìrias para o controle da co-infecção e a tecnologia do sistema de informação geográfica pode ser empregada no planejamento das ações em saúde pelos gestores municipais.OBJETIVO: Identificar áreas de vulnerabilidad para los casos nuevos de coinfección VIH/tuberculosis (TB. MÉTODOS: Estudio descriptivo ecol

  19. Reanimación con glóbulos rojos Rh positivo y sin prueba cruzada en emergencias médicas.

    OpenAIRE

    Armando Corté; Wilson Wedekin; Fabiola Bolaños

    2009-01-01

    INTRODUCCIÓN: Se presentan tres años de experiencia en el uso de concentrado de glóbulos rojos O Rh positivo sin cruzar para transfusión de emergencia en pacientes severamente lesionados e hipovolémicos en una clínica privada de Cali. MATERIALES Y MÉTODOS: La sangre se solicitó para pacientes con trauma, hemorragia intraoperatoria masiva inesperada, o ruptura de aneurisma. Los glóbulos rojos O Rh positivos es la primera elección para el soporte de pacientes que no pueden esperar sangre tipo ...

  20. Effciency of HIV-infected patients detection in neurological hospitals of large industrial center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shmelev V.V.

    2012-06-01

    Full Text Available

    <em>Aim of the study: em>to evaluate the effciency of detection for HIV-infection in patients of neurological departments of Saratov. <em>Materials and methods. em>We retrospectively analyzed 25 250 medical histories of patients hospitalized into neurological departments of Saratov hospitals between January 2007 and April 2012. <em>Results. em>Blood samples of 2010 patients (7,96 % were tested for the presence of HIV-antibodies. 37 patients were HIV-positive (1,84 % of examined patients and 0,15 % of the total number of patients. <em>Conclusion. em>Increasing popularity and variety of clinical manifestations of HIV-infection requires the expansion of neurological patients whom serum test for antibodies against HIV is needed.

  1. Prevalência do papilomavírus humano e seus genótipos em mulheres portadoras e não-portadoras do vírus da imunodeficiência humana Prevalence of human papillomavirus and its genotypes in the uterine cervix of HIV-infected and non-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Rezende Campos

    2005-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência do HPV e seus genótipos, utilizando a técnica de reação em cadeia de polimerase (PCR, em pacientes soropositivas e soronegativas para o HIV. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram avaliadas 79 mulheres. Dentre elas, 41 eram portadoras do vírus HIV constituindo o grupo estudado, e 38 soronegativas para o HIV, atendidas em uma Unidade Básica de Saúde, e compuseram o grupo controle. Todas as participantes foram submetidas a teste sorológico para detecção do HIV e procuraram de forma espontânea, e pela primeira vez, o atendimento de ginecologia nos serviços mencionados. Estas mulheres responderam ao questionário padrão e foram submetidas a exame ginecológico, com coleta de material da cérvice uterina para citologia oncótica e para detecção do DNA-HPV e seus genótipos. Para análise estatística realizaram-se os testes de Kruskal-Wallis, do chi2 ou o exato de Fisher. Foi considerada significância estatística p0,05 da infecção múltipla por HPV nas soropositivas (50,0%, e a combinação mais freqüentemente encontrada foi a dos tipos 6, 11 e 16. A infecção simples por HPV nas soronegativas ocorreu em 66,6% das pacientes. O tipo 16 foi o mais freqüentemente encontrado, representando 44,4% do total das infecções simples nos dois grupos. CONCLUSÕES: as mulheres soropositivas pelo HIV apresentaram maior prevalência do DNA-HPV na cérvice uterina, em relação às soronegativas. Não houve maior predominância de tipos específicos de HPV quando os dois grupos foram comparados. Houve tendência de infecção por múltiplos tipos de HPV nas portadoras de HIV, ao passo que a infecção simples predominou nas soronegativas.PURPOSE: to estimate the prevalence of HPV and its genotypes in HIV-infected and non-infected women, using the Polymerase Chain Reaction (PCR technique. METHODS: a sectional study with 79 enrolled women: a study group, with 41 HIV-infected women, and a control group, with

  2. Percepções de alunas de graduação em enfermagem sobre parcerias sorodiscordantes para o HIV/AIDS Percepciones de alumnos de enfermería sobre parejas serodiscordantes para el VIH/SIDA Nursing students' perceptions on HIV serodiscordant partnerships

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Fernandes

    2005-08-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa que teve por objetivo identificar as percepções de alunas de graduação em enfermagem sobre parcerias sorodiscordantes para o HIV/aids. Utilizou-se para o desenvolvimento deste estudo a Teoria das Representações Sociais, buscando o sentir, o pensar e o agir das alunas de enfermagem frente à sorodiscordância para o HIV/aids. Participaram seis entrevistadas com idades entre 20 e 26 anos, regularmente matriculadas no quarto ano do curso de graduação em enfermagem da UNIFESP. Os dados foram coletados pela "Técnica de Desenho Projetivo com Tema" e uma entrevista com roteiro estruturado. Foi realizada a análise com o uso da "Análise de Conteúdo tipo Temática". Os dados obtidos levaram às representações que as alunas de enfermagem possuem sobre parcerias discordantes para o HIV/aids. Contudo este estudo mostrou-se como disparador para maiores reflexões/discussões futuras sobre processos de educação em saúde a casais que vivenciam a sorodiscordância e a atuação de enfermagem frente a temática.La finalidad de esta investigación cualitativa fue identificar como alumnos de pregrado en enfermería perciben parejas serodiscordantes. Se usó la Teoría de las Representaciones Sociales para el desarrollo de este estudio, buscando el sentir, pensar y actuar de los alumnos ante la serodiscordancia para el VIH/sida. Se entrevistó a seis alumnos del cuarto año con edad entre 20 y 26 años. La técnica proyectiva de dibujos temáticos y la entrevista estructurada fueron utilizadas para recopilar los datos, que fueron analizados mediante el análisis de contenido temático. Los datos obtenidos mostraron las representaciones de los alumnos sobre las parejas serodiscordantes. Este estudio disparó mayores discusiones/discusiones futuras sobre procesos de educación en salud para parejas serodiscordantes y la actuación de los enfermeros ante el tema.This qualitative research aimed to identify undergraduate

  3. Conocimientos y autoeficacia asociados a la prevención del VIH y SIDA en mujeres chilenas Conhecimentos e autoeficacia sócios à prevenção do HIV e AIDS em mulheres chilenas Knowledge and self efficacy associated to HIV and AIDS prevention in Chilean women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Villegas Rodríguez

    2011-07-01

    Full Text Available Objetivo. Evaluar la relación existente entre conocimientos y autoeficacia asociados al VIH/SIDA en mujeres chilenas en desventaja social. Metodología. Estudio correlacional, que utiliza la medición basal del estudio "Testeando una intervención en VIH y SIDA en mujeres chilenas", realizada entre 2006 y 2008, que tiene una muestra de 496 mujeres entre 18 y 49 años residentes en dos comunas de Santiago de Chile. Las participantes respondieron un cuestionario estructurado aplicado por entrevistadoras entrenadas. Este cuestionario incluyó preguntas sobre datos sociodemográficos, escala de conocimientos de conductas de riesgo y autoeficacia, entre otros. Resultados. Edad promedio de 32.3+9.1 años, 72.2% vive con su pareja y 42.7% poseen educación media completa. La puntuación media de los conocimientos de la infección por el VIH fue de 8.9+2.5, mientras que para las tres escalas empleadas para medir autoeficacia fueron: "Normas de los pares" =9.8+3.6, "Intención de reducir conductas de riesgo" =12.2+3.6 y "Self Efficacy Form"=20.2+4.7. Los conocimientos tuvieron una correlación positiva débil con la "intención de reducir conductas de riesgo" (r=0.19; pObjetivo. Avaliar a relação existente entre conhecimentos e autoeficacia sócios ao HIV/AIDS em mulheres chilenas, em mulheres chilenas em desvantagem social. Metodologia. Estudo correlacional, que utiliza a medição basal do estudo "Testando uma intervenção em HIV e AIDS em mulheres chilenas", realizada entre 2006 a 2008, que tem uma mostra de 496 mulheres entre 18 e 49 anos residentes em dois comunas de Santiago de Chile. As participantes responderam um questionário estruturado aplicado por entrevistadoras treinadas. Este questionário incluiu perguntas sobre dados sociodemográficos, escala de conhecimentos de condutas de risco e autoeficacia, entre outros. Resultados. Idade média de 32.3+9.1 anos, 72.2% vive com seu companheiro e 42.7% possuem educação média completa. A

  4. Prevalência de cárie e sua correlação com a classificação clínica e imunológica em crianças infectadas pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CASTRO Gloria Fernanda

    2001-01-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo determinar a experiência de cárie em crianças infectadas pelo HIV, correlacionada com a classificação clínica e imunológica (CDC³, 1994. Participaram da pesquisa 92 crianças (50 meninas e 42 meninos, com média de idade de 5,77 ± 3,31 anos (6 meses a 13 anos, com diagnóstico definitivo para o HIV, todos pacientes com atendimento ambulatorial. Foi realizado exame bucal para determinar os índices ceo/CPOD e os dados de história médica foram coletados dos prontuários médicos. Na dentição decídua de crianças mais jovens (até 5 anos, apesar de a prevalência de cárie ter apresentado valores maiores naquelas mais comprometidas clínica e imunologicamente, não houve diferença estatisticamente significante entre as diversas categorias de classificação. Nas crianças de maior idade, isto também foi observado, apesar de terem sido encontrados valores de CPOD maiores nas crianças mais doentes.

  5. Infecções oportunistas em indivíduos com infecção pelo HIV e relação com uso de terapia antirretroviral = Opportunistic infections in individuals with HIV infection and relationship with the use of anti-retroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Henrique Veraldo Fagundes

    2010-07-01

    Full Text Available O uso da terapia antirretroviral e a generalização das profilaxias primária e secundária levaram à redução do número de infecções oportunistas. É fato estabelecido a relação entre a não-adesão ao tratamento antirretroviral e o desenvolvimento de resistência do vírus HIV. Este trabalho avaliou a ocorrência de infecções oportunistas em pacientes HIV, relacionado-as ao uso regular/irregular de terapia antirretroviral. Foram realizadas avaliação clínica e consulta a prontuários e laudos de exames para identificação de infecções oportunistas e foi aplicado um questionário para se avaliar o uso de medicamentos antirretrovirais. Foram avaliados 144 pacientes, 131 apresentaram infecções oportunistas antes do início da terapia HAART e 74, mesmo após terapia HAART com um episódio de infecção oportunista em 44 (59,45%pacientes em que 34 (45,95% alegaram uso irregular dos antirretrovirais e dez (13,5%, uso regular. Dois episódios de infecções oportunistas em 26 (35,14% pacientes, 21 (28,38% comuso irregular de antirretrovirais e cinco (6,76% com uso regular e três episódios de infecções oportunistas em quatro pacientes (5,41%, três (4,05%, com uso irregular da terapia e um (1,35%, com uso regular. Assim, como é observado nas demais regiões do Brasil, houvediminuição da incidência de infecções oportunistas com a utilização da terapia HAART. Por outro lado, continuam novos casos de infecções oportunistas, sugerindo que algumas pessoas têm esgotado todas as possibilidades quanto às terapias disponíveis.HIV virus is an established fact. This study evaluated the incidence of opportunistic infections in HIV patients and related them to the regular/irregularuse of

  6. Neurological disease in HIV-infected patients in the era of highly active antiretroviral treatment: a Brazilian experience Doença neurológica em pacientes infectados pelo HIV na era da terapia anti-retroviral altamente ativa: uma experiência brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Ferreira de Oliveira

    2006-04-01

    Full Text Available To study characteristics of neurological disorders in HIV/AIDS patients and their relationship to highly active antiretroviral treatment, a cross-sectional study was conducted in an infectious disease public hospital in Belo Horizonte, Brazil, between February 1999 and March 2000. Of the 417 patients enrolled, neurological disease was observed in 194 (46.5% and a new AIDS-defining neurological event developed in 23.7% of individuals. Toxoplasmosis (42.3%, cryptococcosis meningitis (12.9% and tuberculosis (10.8% were the most common causes of neurological complications. The majority (79.3% of patients were on highly active antiretroviral treatment and these individuals using HAART showed higher CD4 cell counts (p = 0.014 and presented stable neurological disease (p= 0.0001, although no difference was found with respect to the profile of neurological complications. The neurological diseases continue to be a frequent complication of HIV/AIDS and infections are still its main causes in Brazil, even in the highly active antiretroviral treatment era.Com o objetivo de estudar as doenças neurológicas em pacientes HIV/AIDS e sua relação com a terapia anti-retroviral altamente ativa, foi realizado estudo transversal em hospital público de doenças infecciosas de Belo Horizonte, Brasil, no período de fevereiro de 1999 a março de 2000. Doença neurológica foi observada em 194 (46,5% dos 417 indivíduos incluídos e um novo episódio de doença neurológica definidora de AIDS ocorreu em 23,7% pacientes. Toxoplasmose (42,3%, criptococose (12,9% e tuberculose (10,8% foram as principais causas de complicações neurológicas. A maioria dos pacientes estava em uso de terapia anti-retroviral altamente ativa (79,3% e esses indivíduos apresentaram maiores contagens de linfócitos CD4 (p = 0,014 e maior freqüência de doença neurológica clinicamente estável, embora não tenha havido diferença no perfil etiológico das complicações neurológicas. As

  7. Reação reversa atípica em paciente com hanseníase dimorfa co-infectado pelo HIV Atypical reversal reaction in a borderline leprosy patient co-infected with HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela de Lima Caruso

    2007-12-01

    Full Text Available A infecção pelo HIV não altera a história natural da hanseníase. Observa-se maior incidência de estados reacionais nos pacientes co-infectados, além de casos mais graves de neurite. Paciente soropositiva com hanseníase dimorfa tuberculóide manifestou reação reversa exuberante. Lesões cutâneas atípicas e raras surgiram após a introdução da terapia anti-retroviral que promoveu o início da recuperação imunológica com aumento de linfócitos T CD4+ e queda da carga viral. A restauração da imunidade celular nos pacientes soropositivos pode precipitar reações reversas, descritas recentemente como uma das manifestações da síndrome inflamatória de reconstituição imunológica associada à hanseníase.HIV infection does not modify the natural course of leprosy. However, HIV co-infection seems to be associated with an increased rate of reactional states and more severe cases of neuritis. The authors describe a case of borderline tuberculoid leprosy in a HIV-positive patient who developed a marked reversal reaction. Atypical and rare skin manifestations, such as verrucous lesions and ulcers, appeared after highly active antiretroviral therapy, which resulted in increased CD4+ T-lymphocyte count and drop in viral load. The restoration of the cellular immunity in HIV-seropositive patients can trigger reversal reactions that are one of the manifestations of the immune reconstitution inflammatory syndrome. Only recently the syndrome has been associated with leprosy.

  8. Enteric parasites and HIV infection: occurrence in AIDS patients in Rio de Janeiro, Brazil Parasitas entéricos e infecção pelo HIV: ocorrência em pacientes com SIDA/AIDS no Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. Moura

    1989-12-01

    Full Text Available The occurrence of intestinal parasites, its relation with the transmission mechanism of HIV, and the clinical state of the AIDS patients, were analyzed in 99 Group IV patients (CDC, 1986, treated at "Hospital Universitário Pedro Ernesto" (HUPE, between 1986 and 1988. The group consisted of 79 (79.8% patients whose HIV transmission mechanism took place through sexual contact and of 16 (20.2% who were infected through blood. Feces samples from each patient were examined by four distincts methods (Faust et al, Kato-Katz, Baermann-Moraes and Baxby et al.. The moste occuring parasites were: Cryptosporidium sp., Entamoeba coli and Endolimax nana (18.2%, Strongyloides stercoralis and Giardia lambia (15.2%. E. histolytica and/or E. hartmanni (13.1%, Ascaris lumbricoides (11.1% and Isospora belli (10.1%. Furthermore, 74.7% of the patients carried at least one species. Intestinal parasites were found in 78.5% of the patients who acquired the HIV through sexual intercourse and in 56,3% of those infected by blood contamination. The difference, was not statistically significant (p > 0.05. In the group under study, the increase of the occurrence of parasitc infections does not seem to depend on the acquisiton of HIV through sexual contact. It appears that in developing countries, the dependancy is more related to the classic mechanisms of parasites transmission and its endemicity.A ocorrência de parasitas intestinais, sua relação com o mecanismo de transmissão do HIV e a apresentação clínica da AIDS foram analisadas em 99 pacientes do grupo IV (CDC, 1986, atendidos no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE entre 1986 e 1988. O grupo era constituído de 79 (79,9% pacientes cujo mecanismos de transmssão do HIV se deu por via sexual e de 16 (20,2% que se infectaram por via sanguínea. Amostras de fezes de cada paciente foram examinadas por quatro métodos distintos (Faust et al., Kato-Katz, Baermann-Moraes e Baxby et al.. Os parasitos mais frq

  9. Desfecho do tratamento e confirmação laboratorial do diagnóstico de tuberculose em pacientes com HIV/AIDS no Recife, Pernambuco, Brasil Treatment outcome and laboratory confirmation of tuberculosis diagnosis in patients with HIV/AIDS in Recife, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magda Maruza

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a freqüência de desfecho desfavorável (óbito, abandono e falência de tratamento entre pacientes com co-infecção tuberculose (TB/HIV submetidos a tratamento para TB com confirmação etiológica do diagnóstico e pacientes co-infectados com TB/HIV e tratados sem confirmação diagnóstica. MÉTODOS: Coorte retrospectivo de pacientes co-infectados com TB/HIV que iniciaram tratamento para TB entre julho de 2002 e junho de 2004, em um serviço de referência para HIV/AIDS no Recife (PE Brasil. A exposição principal, confirmação laboratorial da TB, foi ajustada pelas variáveis de três blocos: variáveis sócio-demográficas; variáveis relacionadas ao HIV/AIDS; e variáveis relacionadas à TB. Para avaliar a significância estatística dos resultados, utilizaram-se o intervalo de confiança de 95% das odds ratios e o valor de p (teste de qui-quadrado e razão de verossimilhança. RESULTADOS: Foram estudados 262 pacientes. Não se observou associação entre confirmação laboratorial do diagnóstico de TB e desfecho desfavorável, mesmo após o ajuste pelos fatores de confusão. Permaneceram no modelo final da regressão logística múltipla: coexistência de outras doenças oportunistas; contagem de linfócitos CD4 abaixo de 50 células/mm³; carga viral entre 10.000 e 100.000 cópias/mL; dispnéia; forma disseminada de TB; e mudança do tratamento da TB por reação adversa ou intolerância. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que o tratamento para TB sem confirmação etiológica, em pacientes co-infectados, baseado na decisão de profissionais experientes em serviços de referência, não aumentou o risco de desfecho desfavorável do tratamento para TB. Além disso, identificaram-se grupos com maior risco de desfecho desfavorável, os quais devem ser cuidadosamente monitorados.OBJECTIVE: To compare the frequency of unfavorable outcome (death or default and treatment failure between tuberculosis (TB/HIV co

  10. Caracterización de pacientes positivos al virus de inmunodeficiencia humana en el policlínico "Carlos J Finlay" de La Habana Characterization of positive patients to the human immunodeficiency virus in "Carlos J. Finlay" Polyclinic in Havana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raiza González García

    2013-03-01

    Full Text Available Introducción: las infecciones de transmisión sexual constituyen una de las patologías más comunes en el mundo, dentro de ellas se encuentra el Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida (SIDA, que constituye la etapa final de la infección por el Virus de Inmunodeficiencia Humana (VIH. Objetivo: caracterizar los casos positivos al Virus de Inmunodeficiencia Humana y describir el comportamiento de sus factores de riesgo. Métodos: se realizó un estudio descriptivo transversal de 17 pacientes diagnosticados con VIH positivo en el Policlínico "Carlos J. Finlay", del municipio Marianao, durante el año 2010. Los datos fueron recolectados del registro de casos del programa de control y prevención del VIH en el policlínico y se analizaron variables como: edad, sexo, raza, nivel de escolaridad, ocupación y factores de riesgo asociados. Resultados: el grupo de edad más afectado fue el de 40 a 49 años con 6 casos; 13 pertenecían al sexo masculino; existió un incremento de casos en la raza negra; el mayor número de enfermos fueron los bachilleres y los de secundaria básica terminada; 9 de ellos estaban desvinculados laboralmente y 10 no tenían una pareja estable. Conclusiones: la enfermedad prevaleció en los mayores de 40 años, predominó el sexo masculino, la raza negra, los bachilleres, los desvinculados laboralmente, la relación sexual sin protección, la homosexualidad y la inestabilidad de la pareja. Aparecieron como infecciones asociadas el herpes genital y la sífilis.Background: sexually transmitted infections constitute one of the most common pathologies in the world. Among them, we have the Acquired Immunodeficiency Syndrome (AIDS which constitutes the final stage of the infection by the Human Immunodeficiency Virus (HIV. Objective: to characterize the positive cases to the Human Immunodeficiency Virus (HIV and describe the behaviour of its risk factors. Methods: a cross-sectional descriptive study of 17 patients who have been

  11. Percepción de los profesionales de enfermería y las gestantes sobre la asesoría en virus de inmunodeficiencia humana en una empresa social del Estado de primer nivel en Bogotá, Distrito Capital Percepção dos profissionais de enfermagem y as gestantes sobre a assessoria em HIV em uma ESE de Primeiro Nível em Bogotá, Distrito Capital Perception of Nursing Professionals and Pregnant Women about Counseling on HIV in a First Level ESE in Bogota, Capital District

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Patricia Bejarano Beltran

    2012-07-01

    para al contención de la epidemia en este grupo poblacional.Objetivo: descrever a percepção que os profissionais de enfermagem e as gestantes têm em relação com a assessoria na detecção de vírus de imunodeficiência humana (HIV, com base nas diretrizes descritas no Guia Técnico do projeto INTEGRA: Modelo de Gestão Integral de Serviços de Saúde Sexual e Reprodutiva e Prevenção da Infeção por HIV para nortear ações que possibilitem o fortalecimento desta atividade em uma empresa social do Estado (ESE de Bogotá. Metodologia: desenho qualitativo, descritivo, com abordagem hermenêutica; a análise dos dados se fez mediante a técnica de análise de conteúdo (autor de dezasseis entrevistas semiestruturadas, realizadas durante quatro meses. Participaram oito profissionais de enfermagem que fazem assessoria em HIV e oito gestantes que recebem assessoria sobre HIV. Resultados: a questão central que surgiu da análise das entrevistas foi "os paradoxos da assessoria em HIV/Aids", sendo que a partir dos testimoniais dos participantes encontrouse uma série de ambivalências a respeito das opiniões, experiências, crenças e sentimentos. A questão se evidenciou nas seguintes categorias, retomadas do discurso das pessoas entrevistadas: os sentimentos, entre a ansiedade e a tranquilidade. As categorias emergentes do discurso dos profissionais de enfermagem se focou em: entre a frustração e a tranquilidade. Conclusões: para as gestantes e os profissionais da enfermagem, a assessoria em HIV/Aids foi percebida como um paradoxo, com sentimentos ambivalentes entre a alegria e a tristeza, o temor e a ansiedade, a frustração e a tranquilidade, o que deve ser feito e a realidade encontrada. Estas são percepções que irão permitir um melhor trabalho na prevenção da infeção do HIV por parte dos profissionais a fim de conseguir mudanças de comportamento saudáveis nas gestantes e aprimorar a assessoria como estratégia útil para a contenção da epidemia

  12. Clasificación clínica y comportamiento de las poblaciones linfocitarias en VIH positivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. H. Corral

    1994-09-01

    Full Text Available Con el fin de determinar el comportamiento de las diferente poblaciones linfocitarias, a través de los diferentes estadios clínicos de la infección por e lvirus de inmunodeficiencia humana (VIH establecidos por el CDC, se realizaron tipificaciones de linfocitos T, B, T CD4 y T CD8 en 155 individuos VIH positivos del ISS en Cali, utilizando la técnica de inmunocitoquimica de los complejos fosfatasa alcalina-antifosfatasa alcalina (APAAP en extendidos de sangre periférica. En los pacientes del estadio II, los linfocitos T, B y CD4 se encontraron dentro de los valores normales para la población general, mientras que los CD8 estaban aumentados. En el estadio III, el comportamiento de las poblaciones de linfocitos fue similar salvo un ligero aumento de los linfocitos B. Estos estadios sólo se diferenciaron clínicamente por la presencia de adenopatias. En el estadio IV se observó una marcada depleción detodas las poblaciones linfocitarias estudiadas. En virtud al aumento temprano de CD8 en los estadios II y III, la relación CD41CD8 presenta alteraciones y es menor de 1 ,O aunque el recuento de CD4 en estos estadios sea normal. Sin embargo, cuando ocurre la depleción general en el estadio IV, su utilidad es limitada y el recuento absoluto de CD4 es el indicador más útil en la progresión de la enfermedad. En virtud a que el recuento de linfocitos CD4 y CD8 constituye un pilar y en él se orientan la mayoría de las conductas profilácticas y de tratamiento que se adoptan en los VIH positivos, se hace necesario conducir los esfuerzos para hacer más asequible esta metodología a los pacientes, así como plantear la implementación de otras pruebas evaluadoras de la inmunidad, útiles como indicadores de la progresión de la enfermedad.

  13. Doenças sexualmente transmissíveis em pacientes infectados com HIV/AIDS no Estado de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Eduardo Henrique Gomes

    2000-01-01

    Full Text Available Foram estudados retrospectivamente 399 pacientes diagnosticados como infecção por HIV. Os pacientes infectados predominavam na faixa etária de 20 a 40 anos (73,4%, sendo 75% do sexo masculino. A razão entre pacientes do sexo masculino e feminino não diferiu quando foram consideradas infecção pelo HIV (assintomática e AIDS. Os casos de infecção pelo HIV sem AIDS se concentram no grupo etário de 20-29 anos enquanto que a AIDS predomina na faixa de 30-39 anos. Dentre os pacientes infectados com HIV, apenas 0,8% eram hemofílicos, 3,5% usavam drogas injetáveis e 4,8% foram hemotransfundidos nos últimos 5 anos. 33% eram heterossexuais, 11% bissexuais, 23% homossexuais e 33% não declararam a inclinação sexual. Sífilis foi a associação mais freqüente (8,8%, seguido de herpes (5,8% e candidíase genital (4,3%. Nossos resultados sugerem que existe uma associação entre candidíase genital e AIDS, embora isso não tenha sido observado para as outras DSTs estudadas.

  14. RELAÇÃO ENTRE A PERCEPÇÃO DO CLIMA ORGANIZACIONAL E O COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL POSITIVO: ESTUDO NO SETOR DE OBRAS DA PREFEITURA DE TAMBOARA-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joao Paulo dos Santos Sanches

    2015-12-01

    Full Text Available A Administração Pública tem passado por uma série de reformas, uma delas é a transição do modelo burocrático para o gerencial, essa nova maneira de gestão tem como preceitos a qualidade nos serviços, busca por eficiência e a redução de custos. Nesse contexto, a Gestão de Pessoas possui a responsabilidade de movimentar, desenvolver e valorizar os profissionais para a consecução dos objetivos organizacionais. Um dos aspectos que deve ser observado pelos gestores é a percepção que os funcionários têm sobre a organização, pois a partir dessa assimilação é que os mesmos avaliam e sentem-se satisfeitos ou não, podendo consequentemente gerar resultados indesejáveis para a organização, já que esta avaliação realizada pelos funcionários exerce influência em seu comportamento organizacional. Essa percepção, quando extraída do coletivo, também é conhecida como clima organizacional. O objetivo da pesquisa é analisar como a percepção sobre o clima organizacional dos servidores do setor de obras, da prefeitura de Tamboara-PR, influencia em seu comportamento organizacional positivo. O trabalho é classificado como de tipo descritivo, caracterizando-se como de natureza mista, a coleta de dados utilizou a população de 24 funcionários. Com os resultados demostrou-se que a percepção dos servidores tem relação com o seu comportamento organizacional positivo, visto que a existência ou a inexistência de alguns aspectos lhes exerce influência no relacionamento interpessoal e na consecução das atividades diárias.

  15. Una aproximación a los deberes positivos generales desde la doctrina del buen samaritano || Approaching General Positive Duties from the Good Samaritan Doctrine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Colomer Segura

    2012-12-01

    Full Text Available RESUMEN: En el presente escrito comienzo analizando las reflexiones actuales sobre la idea de deber positivo general, particularmente las consideraciones sobre las situaciones de miseria en el mundo. A continuación paso a un comentario sobre la recepción en las leyes y la jurisprudencia de los deberes positivos, con particular atención a los países de tradición anglosajona y a la “doctrina del buen samaritano”. La comparación entre la reflexión filosófica y el derecho positivo arroja la conclusión de que los deberes positivos generales constituyen un concepto aún en formación pero absolutamente necesario en el mundo actual. ABSTRACT: In this paper I first analyze the current reflections on the idea of positive general duty, stressing the observations regarding situations of misery in the world. Next, I comment on the reception of positive duties in laws and jurisprudence, paying special attention to Common Law countries and the so-called Good Samaritan doctrine. The comparison between philosophical reflection and positive Law leads us to the conclusion that the concept of general positive duties is still in its infancy yet absolutely necessary in light of the current global situation.

  16. Clinical and epidemiological aspects of HTLV-II infection in São Paulo, Brazil: presence of Tropical Spastic Paraparesis/HTLV-Associated Myelopathy (TSP/HAM simile diagnosis in HIV-1-co-infected subjects Aspectos clínicos e epidemiológicos da infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas do tipo 2 (HTLV-II em São Paulo, Brasil: presença de paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao HTLV em pacientes co-infectados pelo HIV-1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Paulina Posada-Vergara

    2006-08-01

    Full Text Available In this study, the epidemiological and clinical features observed in solely HTLV-II-infected individuals were compared to those in patients co-infected with HIV-1. A total of 380 subjects attended at the HTLV Out-Patient Clinic in the Institute of Infectious Diseases "Emilio Ribas" (IIER, São Paulo, Brazil, were evaluated every 3-6 months for the last seven years by infectious disease specialists and neurologists. Using a testing algorithm that employs the enzyme immuno assay, Western Blot and polymerase chain reaction, it was found that 201 (53% were HTLV-I positive and 50 (13% were infected with HTLV-II. Thirty-seven (74% of the HTLV-II reactors were co-infected with HIV-1. Of the 13 (26% solely HTLV-II-infected subjects, urinary tract infection was diagnosed in three (23%, one case of skin vasculitis (8% and two cases of lumbar pain and erectile dysfunction (15%, but none myelopathy case was observed. Among 37 co-infected with HIV-1, four cases (10% presented with tropical spastic paraparesis/HTLV-associated myelopathy (TSP/HAM simile. Two patients showed paraparesis as the initial symptom, two cases first presented with vesical and erectile disturbances, peripheral neuropathies were observed in other five patients (13%, and seven (19% patients showed some neurological signal or symptoms, most of them with lumbar pain (five cases. The results obtained suggest that neurological manifestations may be more frequent in HTLV-II/HIV-1-infected subjects than those infected with HTLV-II only.Neste estudo, as características epidemiológicas e clínicas observadas nos indivíduos infectados pelo HTLV-II foram comparadas com os pacientes co-infectados com HIV-1. Um total de 380 indivíduos atendidos na clínica do Ambulatório HTLV do Instituto de Infectologia "Emilio Ribas" (IIER, São Paulo, Brasil, foram avaliados a cada 3-6 meses nos últimos sete anos por especialistas em doenças infecciosas e neurologistas. Usando um algoritmo que emprega

  17. Análise comparativa da proliferação celular entre carcinomas de células escamosas orais HPV-positivos e HPV-negativos Comparative analysis of the cellular proliferation between HPV-positive and HPV-negative oral squamous cell carcinomas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Albuquerque Pires Rocha

    2007-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O carcinoma de células escamosas oral (OSCC representa a neoplasia maligna mais freqüente em boca, e, entre os agentes etiológicos implicados, o papilomavírus humano (HPV tem sido extensivamente estudado nos últimos anos. OBJETIVO: Analisar comparativamente os índices de proliferação celular em OSCCs HPV-negativos e HPV-positivos. MATERIAL E MÉTODO: A amostra consistiu em 11 casos de OSCCs HPV-positivos (10 infectados por HPV-18 e um por HPV-16 e 18 e 13 HPV-negativos, previamente analisados quanto à presença ou ausência, bem quanto à tipagem viral por proteína C reativa (PCR (primers GP5+/GP6+ e hibridização dot blot, respectivamente. No método imunoistoquímico utilizou-se a técnica da estreptoavidina-biotina, com anticorpo para a proteína nuclear Ki-67. RESULTADOS: O teste estatístico não-paramétrico de Mann-Whitney revelou que não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos HPV-positivo e HPV-negativo (p = 0,72. Discussão: Os estudos semelhantes a estes são poucos e não são concordantes em demonstrar maior atividade proliferativa tumoral nos casos HPV-positivos em relação aos HPV-negativos, seja através da análise da expressão de proteínas relacionadas ao ciclo celular, seja na análise direta da fração proliferativa tumoral. CONCLUSÃO: Não houve diferença no índice de proliferação celular entre os grupos de OSCCs HPV-positivo e HPV-negativos.BACKGROUND: Oral Squamous Cell Carcinoma (OSCC is the most common malignant tumor in the mouth, and the human papillomavirus (HPV has been hardly studied as a possible etiologic agent. OBJECTIVES: The aim of this study was to compare the rates of cell proliferation in HPV-positive and HPV-negative OSCC, using the immunohistochemical antibody Ki-67. MATERIAL AND METHOD: The sample consisted of 11 cases HPV-positive OSCC (10 cases infected with HPV-18 and 1 case infected with HPV-16 and 18 and 13 cases HPV-negative OSCCs

  18. Representação social da violência sexual e sua relação com a adesão ao protocolo de quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericka Viviane Pontes Procópio

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais da violência sexual e sua relação com a adesão do protocolo da quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, orientada pela teoria das representações sociais, através de entrevista gravada com 13 mulheres, com idades entre 12 e 23 anos. No grupo, observou-se que as representações sociais construídas acerca da violência sexual exerceram uma considerável influência na adesão ao tratamento quimioprofilático. As pesquisadas elaboraram imagens nas quais as preocupações geradas à família, desconfortos causados pelos efeitos dos fármacos, a mudança de rotina, o medo de adoecer, de ser estigmatizada, ansiedade e raiva, apareceram como elementos constantes, podendo acarretar o abandono do tratamento. Considerando a influência dessas representações no tratamento, verifica-se a necessidade de uma maior atenção dos serviços de saúde com relação a estas possibilidades, dispondo de recursos para planejar sua assistência com base nestas diferentes necessidades. É preciso que, além do investimento em pesquisas com novos fármacos, exista um investimento em pesquisas qualitativas, que forneçam subsídios para um acompanhamento mais apropriado das pacientes.

  19. Aspectos clínicos e o hemograma em crianças expostas ao HIV-1: comparação entre pacientes infectados e soro-reversores Clinical aspects and complete blood counts in children exposed to HIV-1: comparison between infected patients and seroreverters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elianete B. Silva

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar evolutivamente aspectos clínicos e hematológicos de crianças expostas à transmissão vertical do HIV-1 e comparar as que se infectaram com aquelas que não se infectaram, ou soro-reversoras. MÉTODOS: trata-se de estudo prospectivo, descritivo, longitudinal. Foram analisadas 79 crianças, filhas de mães infectadas pelo HIV-1, sob seguimento entre março de 1996 a novembro de 1997, no Ambulatório de Imunodeficiência do Hospital de Clínicas da Unicamp. RESULTADOS: houve comprometimento pôndero-estatural em ambos os grupos, sendo maior nos soro-reversores. No grupo das crianças infectadas, 23 mães não fizeram terapia com AZT na gestação, 16 pacientes (61,5% foram amamentados ao seio, quatro foram classificadas na categoria clínica N, sete na A, e 15 na B. Manifestações clínicas antes de um ano de idade ocorreram em 18 lactentes (69,2%. Anemia se manifestou em 73,1% das crianças infectadas, e em 41,5% das com soro-reversão (P OBJECTIVE: to analyze the evolution of clinical and hematological aspects of children exposed to the vertical transmission of HIV-1, comparing infected patients with uninfected ones or seroreverters. METHODS: p