WorldWideScience

Sample records for hiv entre gestantes

  1. Risco nutricional entre gestantes adolescentes Riesgo nutricional entre gestantes adolescentes Nutritional risks among pregnant teenagers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glayriann Oliveira Belarmino

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar o acometimento de risco nutricional em gestantes adolescentes; averiguar hábitos alimentares; e verificar percepções destes quanto à importância de nutrição adequada na gravidez. MÉTODOS: Estudo de campo realizado no Centro de Desenvolvimento Familiar, em Fortaleza-CE, com 40 gestantes adolescentes. A avaliação nutricional foi efetuada com o auxílio do "Gráfico de acompanhamento nutricional da gestante" e os hábitos alimentares foram conferidos pela "Técnica de alimentação diária habitual". RESULTADOS: Vinte (50% adolescentes apresentaram peso adequado, 11(27,5% baixo peso e 9 (22,5% sobrepeso. Prevaleceram massas, carnes, gorduras, doces e baixo consumo de frutas e verduras; 33 (82,5% tinham a percepção de que a alimentação deve ser "diferente" na gravidez e 28 (70% afirmaram ter feito mudanças nos hábitos alimentares no pré-natal. CONCLUSÃO: O acometimento de risco nutricional entre adolescentes gestantes se revelou em situações de sobrepeso, baixo peso, dietas pouco diversificadas e desinformação.OBJETIVOS: Identificar el riesgo nutricional en gestantes adolescentes; averiguar hábitos alimenticios; y verificar percepciones de éstos en cuanto a la importancia de una nutrición adecuada en el embarazo. MÉTODO: Se trata de un estudio de campo realizado en el Centro de Desarrollo Familiar, en Fortaleza-CE, con 40 gestantes adolescentes. La evaluación nutricional se llevó a cabo con el auxilio del "Gráfico de acompañamiento nutricional de la gestante" y los hábitos alimenticios fueron conferidos por la "Técnica de alimentación diaria habitual". RESULTADOS: Veinte (50% adolescentes presentaron peso adecuado, 11(27,5% bajo peso y 9 (22,5% sobre peso. Prevalecieron pastas, carnes, grasas, dulces y bajo consumo de frutas y verduras; 33 (82,5% tenían la percepción de que la alimentación debe ser "diferente" durante el embarazo y 28 (70% afirmaron haber realizado cambios en los h

  2. Infecção pelo HIV entre gestantes atendidas nos centros de testagem e aconselhamento em Aids HIV infection among pregnant women attended in testing and counseling centers for AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio José Costa Cardoso

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência do HIV e identificar comportamentos sexuais de risco para a infecção em gestantes que realizaram rotina da assistência pré-natal. MÉTODOS: Estudo transversal com base em registros de atendimentos de 8.002 gestantes (25% do total dos municípios residentes em 27 municípios da Região Sul do Brasil, em 2003, que realizaram testes anti-HIV em Centro de Testagem e Aconselhamento que realizavam pré-natal. Foram coletadas informações sociodemográficas e comportamentais, além dos resultados de testes para sífilis e HIV, nas consultas de aconselhamento individual registradas em banco de dados do Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento. Foram excluídas da base de dados as gestantes que buscaram os Centros para confirmação de sorologia anterior e aquelas encaminhadas ao serviço por apresentarem sintomas de Aids. RESULTADOS: Do total de gestantes estudadas, 0,5% (IC 95%=0,3-0,6 foram positivas para o HIV. A única variável associada com a soropositividade para o HIV foi o nível de escolaridade. A maioria das gestantes se expôs basicamente por meio de relações sexuais sem preservativos com o parceiro único com quem mantinham relação estável. As gestantes mais jovens, solteiras, desempregadas e de menor escolaridade constituíram o grupo de maior exposição. CONCLUSÕES: O Sistema de Informações dos Centros de Testagem e Aconselhamento revelou-se útil à vigilância epidemiológica da infecção pelo HIV e dos comportamentos de risco no segmento de gestantes e pode vir a sê-lo em relação a outras populações.OBJECTIVE: To estimate HIV prevalence and identify high-risk sexual behavior for infection in pregnant women who were given prenatal assistance. METHODS: Cross-sectional study based on attendance records of 8,002 pregnant women (25% of all municipalities who lived in 27 municipalities in Southern Brazil in 2003 and had anti-HIV tests done in a testing and

  3. Apego materno fetal em gestantes que vivem com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Rigoni de Faria

    2013-06-01

    Full Text Available A gestação no contexto do HIV/Aids é geralmente acompanhada de intensa ansiedade devido à possível transmissão materno infantil do vírus. Este estudo investigou o apego materno fetal em gestantes que viviam com HIV (n = 88, em comparação a gestantes não portadoras do vírus (n = 79, através da Escala de Apego Materno fetal. Os resultados não revelaram diferenças entre as gestantes quanto ao escore total de apego materno fetal. Entretanto, os dados sugerem que o apego materno fetal pode se manifestar de maneira peculiar entre as gestantes que vivem com HIV/Aids: as interações mãe-bebê parecem focar o momento presente da gestação, e os cuidados de saúde com o bebê parecem atrelados àqueles voltados à saúde materna diante da infecção. É possível que a escala não seja suficientemente sensível para eventuais diferenças associadas ao contexto do HIV/Aids. Sugere-se que novos estudos revisem os itens da escala visando maior aproximação das particularidades suscitadas pela infecção quanto ao apego materno fetal.

  4. Mother-to-child transmission of different HIV-1 subtypes among ARV Naïve infected pregnant women in Nigeria Transmissão materno-fetal de diferentes subtipos de HIV-1 entre gestantes infectadas na Nigéria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.N. Odaibo

    2006-04-01

    Full Text Available The rate of mother-to-child transmission (MTCT of HIV as well as the implications of the circulating multiple subtypes to MTCT in Nigeria are not known. This study was therefore undertaken to determine the differential rates of MTCT of HIV-1 subtypes detected among infected pregnant women before ARV intervention therapy became available in Nigeria. Twenty of the HIV-positive women who signed the informed consent form during pregnancy brought their babies for follow-up testing at age 18-24 months. Plasma samples from both mother and baby were tested for HIV antibody at the Department of Virology, UCH, Ibadan, Nigeria. All positive samples (plasma and peripheral blood mononuclear cells - PBMCs were shipped to the Institute of Tropical Medicine, Antwerp, Belgium, where the subtype of the infecting virus was determined using the HMA technique. Overall, a mother-to-child HIV transmission rate of 45% was found in this cohort. Specifically, 36.4%, 66.7% and 100% of the women infected with HIV-1 CRF02 (IbNg, G and B, respectively, transmitted the virus to their babies. As far as it can be ascertained, this is the first report on the rate of MTCT of HIV in Nigeria. The findings reported in this paper will form a useful reference for assessment of currently available therapeutic intervention of MTCT in the country.A taxa de transmissão materno-fetal (MTCT do HIV bem como as implicações dos múltiplos subtipos circulantes para MTCT na Nigéria não são conhecidos. Este estudo foi realizado para determinar as diferentes taxas de MTCT dos subtipos de HIV-1 detectados entre gestantes infectadas antes que a administração da terapia ARV estivesse disponível na Nigéria. Vinte das mulheres HIV positivas que assinaram o consentimento durante a gravidez trouxeram seus filhos para seguimento na idade de 18-24 meses. Amostras de plasma de ambos, mãe e filho foram testadas para anticorpos HIV no Departamento de Virologia, UCH, Ibadan, Nigéria. Todas as

  5. Prevalência de HIV em gestantes e transmissão vertical segundo perfil socioeconômico, Vitória, ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Barbosa Cerqueira Vieira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência de infecção por HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical, segundo o perfil socioeconômico dos bairros de residência das mães. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório utilizando a base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação de gestantes HIV-positivas e aids em crianças notificadas entre 2000 e 2006 em Vitória, ES. Para análise das informações socioeconômicas foi utilizado o Índice de Qualidade Urbana. A prevalência de HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical foram calculadas. A distribuição espacial dos casos foi realizada no programa Terraview 3.2.0. Para verificar a associação entre a qualidade urbana e a prevalência de HIV em gestantes utilizou-se o modelo de regressão de Poisson. RESULTADOS: Um total de 137 gestantes e 14 crianças infectadas por transmissão vertical foi notificado no período. Sete crianças correspondiam a mães HIV-positivas sem notificação de caso no período analisado. A prevalência de infecção em gestantes no período foi de 0,44% e a taxa de transmissão vertical foi de 9,7%. CONCLUSÕES: A prevalência de infecção por HIV em gestantes e a transmissão vertical associam-se à qualidade urbana do bairro de residência, indicando que os bairros com menor qualidade urbana devem ser priorizados quanto às ações para redução da transmissão vertical.

  6. Uso de medicamentos entre gestantes de um município no sul de Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Miranda BORGES

    2018-04-01

    Full Text Available Neste estudo transversal, por meio de entrevistas domiciliares, foi mostrado o perfil farmacoterapêutico de gestantes atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS durante o pré-natal, sendo que os medicamentos utilizados foram classificados segundo critérios de risco do Food and Drug Administration (FDA. Entre as 104 gestantes entrevistadas, 94,2% utilizavam medicamento e foram identificadas 53 especialidades farmacêuticas no total de 316 medicamentos (média de 3 medicamentos por gestante. A frequência de medicamentos do grupo A (n = 115, 36,4% foi próxima ao B (n = 121, 38,3%, 3 vezes maior que o C (n = 36, 11,4% e 4 que o D (n = 29, 9,2%. 22,1% (IC(95% 14,4 - 29,8 das entrevistadas utilizavam medicações da classe D e 1,9% da X. Houve uma positiva e significativa correlação entre a idade gestacional e uso de medicação, com 60,1% dos medicamentos sendo consumidos no terceiro trimestre, e 56,7% das gestantes utilizando-os neste período. As classes terapêuticas mais consumidas foram: vitaminas/suplementos minerais/preparações anti-anêmicas (35.33% dos 316 medicamentos; 72,97% das entrevistadas, analgésicos (14,6%; 44% das gestantes e agentes anti-infecciosos de uso sistêmico (10,1%; 19,2% das gestantes, e os medicamentos foram: ácido fólico (17,72% IC(95% 13,67 - 22,39, sulfato ferroso (15,82% IC(95% 11,98 - 20,32 e paracetamol (12,97% IC(95% 9,47 - 17,19. 22% das 104 entrevistadas relataram o hábito de tabagismo antes da gestação e, 12,5% continuaram com o hábito durante o período gestacional, enquanto que 21 gestantes faziam uso de bebidas alcoólicas antes da gestação e, entre estas, 17 interromperam o consumo durante a gestação. Portanto, é reportado nesse estudo um grande número de medicamentos prescritos para gestantes, constante nas 5 classes de risco do FDA, incluindo uma grande quantidade de medicamentos das classes de alto risco teratogênico (D e X, e uma considerável proporção de gestantes utilizando

  7. Percepções de gestantes negras com HIV sobre a discriminação racial e de soropositivade

    OpenAIRE

    Agnês Raquel Camisão Silva

    2013-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi compreender as vivências e significados da discriminação racial e soropositividade para gestantes negras com HIV. Foram objetivos específicos verificar na literatura brasileira atual as discriminações vivenciadas pela mulher; conhecer como preconceitos relativos à discriminação racial e à soropositividade são vivenciados e identificar os significados da discriminação racial e da soropositividade para estas gestantes. Inicialmente foi realizada uma revisão i...

  8. Vivências de gestantes e puérperas com o diagnóstico do HIV

    OpenAIRE

    Araújo, Maria Alix Leite; Silveira, Cláudia Bastos da; Silveira, Caroline Bastos da; Melo, Simone Paes de

    2008-01-01

    Identificar as experiências de gestantes e puérperas portadoras do HIV com a quimioprofilaxia para prevenção da transmissão vertical. Estudo de abordagem qualitativa desenvolvido nos meses de março e abril de 2006 em uma maternidade de referência de Fortaleza-Ceará. Os sujeitos foram gestantes e puérperas HIV positivas em acompanhamento pré-natal e no alojamento conjunto. A coleta de dados deu-se através de entrevista e a análise em três categorias: a revelação do diagnóstico aos familiares, ...

  9. A realização do teste anti-hiv no pré-natal: os significados para a gestante

    OpenAIRE

    Silva, Roberta Maria de Oliveira; Araújo, Carla Luzia França; Paz, Fatima Maria Trigo da

    2008-01-01

    O estudo teve por objetivo conhecer e analisar o significado da realização do teste anti-HIV no pré-natal para as gestantes. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa e foi realizada em um Hospital Escola e em uma Maternidade do município do Rio de Janeiro. Como recurso técnico-metodológico utilizou-se o discurso do sujeito coletivo (DSC). Após a análise dos discursos verificamos que para as gestantes a realização do teste significa a possibilidade de prevenir a transmissão vertical ...

  10. A dimensão da espiritualidade como estratégia de enfrentamento no diagnóstico positivo de HIV/AIDS em gestantes.

    OpenAIRE

    Pereira, Rita de Cássia de Carvalho

    2010-01-01

    Este estudo pretendeu analisar a dimensão da espiritualidade como uma estratégia de enfrentamento utilizada pelas gestantes atendidas no Serviço de Assistência Especializada Materno Infantil - SAE/MI frente ao diagnóstico soropositivo para HIV/AIDS, do Hospital Universitário Lauro Wanderley-HULW de João Pessoa da Universidade Federal da Paraíba. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratório, do tipo estudo de caso, com amostra de 08 gestantes infectadas que descobriram o d...

  11. CARACTERIZAÇÃO DE GESTANTES COM TESTE RÁPIDO POSITIVO PARA HIV EM FORTALEZA-CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LÉA MARIA MOURA BARROSO

    2007-01-01

    Full Text Available El objetivo fue describir a las gestantes sometidas al test rápido para detectar VIH/SIDA en una maternidad de Fortaleza- CE, en relación a las características sociodemográficas y clínicas. Estudio transversal del tipo documental retrospectivo, con trece gestantes sometidas al test rápido y con resultado positivo para VIH/SIDA en el periodo de abril de 2002 a abril de 2004. El promedio de edad de las gestantes era 26,2 años; el 61,5% estudió entre cuatro a siete años; el 69,2 % era de la capital y el 30,8 % del interior; el 53,8 % ama de casa; el 54,0 % con cuatro a siete consultas de prenatal; el 46,2 % fue diagnosticada antes del parto; el 84,6 % recibió profilaxis solamente en el parto; el 46,0% tuvo bolsa rota hasta cuatro horas antes del parto; el 77,0% parto quirúrgico y el 100% de los recién nacidos recibió el jarabe de AZT en las primeras dos horas de vida. Se concluye que la institución garantizó la reducción del riesgo de contaminación del recién nacido, sin embargo se percibió deficiencia en los servicios que ofrecieron atención antes del parto.

  12. Teste rápido para detecção da infecção pelo HIV-1 em gestantes Rapid test to detect HIV-1 infection among pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Duarte

    2001-03-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar os resultados do teste de diagnóstico rápido da infecção pelo HIV-1 disponibilizado pelo Ministério da Saúde, para identificação de gestantes contaminadas por este vírus. Métodos: avaliação prospectiva de 443 gestantes sem teste sorológico para HIV no pré-natal, atendidas no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP, entre fevereiro e junho de 2000. As amostras destas pacientes foram submetidas ao teste rápido imunocromatográfico, sendo comparadas com ELISA e confirmadas pela aglutinação. Resultados: dentre as 443 gestantes submetidas ao teste rápido (20,1% dos partos no período, 16 apresentaram resultados positivos (3,6%. Nenhuma amostra negativa pelo teste rápido foi positiva pelo ELISA. Entretanto, das 16 amostras positivas pelo teste rápido, duas foram negativas pelos testes confirmatórios. Logo, a sensibilidade do teste rápido foi de 100,0%, especificidade 99,5%, valor preditivo positivo 87,5% e valor preditivo negativo 100,0%. Conclusões: os resultados obtidos na avaliação do teste para o diagnóstico rápido da infecção pelo HIV-1 em gestantes revelaram sensibilidade, especificidade e valores preditivos que o credenciam como recurso extremamente importante na indicação de medidas que reduzem a transmissão perinatal desse vírus.Purpose: to evaluate the results of a rapid diagnostic test for HIV-1 infection made available by the Health Ministry for the identification of pregnant women contaminated by this virus. Methods: we evaluated prospectively 443 pregnant women with no prenatal serologic anti-HIV test seen at the Department of Gynecology and Obstetrics of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo, from February to June, 2000. Samples from these patients were submitted to the rapid immunochromatographic test, which was compared with ELISA and submitted to a confirmatory

  13. Mutações de resistência em gestantes infectadas pelo HIV: uma revisão da literatura = Resistance mutations in HIV-infected pregnant women: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pimenta, Ana Teresa Mancini

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo desta revisão foi buscar na literatura dados sobre a prevalência de mutações de resistência do HIV aos antirretrovirais em gestantes infectadas pelo vírus. Materiais e Métodos: A busca e seleção de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed, Scielo e Biblioteca Virtual em Saúde sem delimitação de data. Os termos utilizados na busca foram: pregnancy, HIV e drug resistance. Resultados: Foram encontrados 47 estudos relacionados ao assunto, realizados em 26 países, publicados no período de 1998 a 2014. A prevalência de resistência transmitida variou de zero a 18% enquanto a resistência adquirida variou de zero a 50% em amostras coletadas entre 1989 e 2013. Conclusão: Generalizar os resultados é inviável devido às diferentes características dos estudos. No entanto, o monitoramento contínuo da resistência do HIV aos antirretrovirais em cada localidade é essencial

  14. Effect of antiretroviral drugs on maternal CD4 lymphocyte counts, HIV-1 RNA levels, and anthropometric parameters of their neonates Efeito das drogas anti-retrovirais sobre os valores dos linfócitos TCD4, RNA do HIV-1 e parâmetros antropométricos de neonatos de gestantes portadoras do HIV-1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia El Beitune

    2005-06-01

    Full Text Available PURPOSE: To study the effect of antiretroviral drugs administered during pregnancy on CD4 lymphocyte counts and HIV-1 RNA levels of pregnant women and on the anthropometric parameters of their neonates. METHODS: A prospective study was conducted on 57 pregnant women and their neonates divided into 3 groups: ZDV Group, HIV-infected mothers taking zidovudine (n = 20; triple therapy (TT Group, mothers taking zidovudine + lamivudine + nelfinavir (n = 25, and Control Group, normal women (n = 12. CD4 lymphocyte counts and HIV-1 RNA levels of pregnant women were analyzed during two periods of pregnancy. The perinatal prognosis took into account preterm rates, birth weight, intrauterine growth restriction, perinatal death, and vertical transmission of HIV-1. Data were analyzed statistically using the nonparametric chi-square, Mann-Whitney, Friedman, Kruskal-Wallis, and Wilcoxon matched pairs tests, with the level of significance set at P OBJETIVOS: Estudar o efeito das drogas anti-retrovirais sobre a quantificação dos linfócitos TCD4 e RNA do HIV-1 de gestantes portadoras do HIV-1 e parâmetros antropométricos de seus neonatos. MÉTODOS: Estudo prospectivo avaliando 57 gestantes e seus neonatos em três grupos: Grupo AZT, gestantes portadoras do HIV utilizando zidovudina (n=20; Grupo TT, mães utilizando zidovudina+lamivudina+nelfinavir (n=25, e Grupo Controle, mulheres saudáveis (n=12. A quantificação dos linfócitos TCD4 e RNA do HIV-1 de gestantes portadoras do HIV foi analisada em dois períodos durante a gestação. O prognóstico perinatal levou em consideração as taxas de pré-termos, restrição de crescimento intra-útero, mortalidade perinatal e transmissão vertical do HIV-1. Os dados foram analisados utilizando-se testes não paramétricos de qui-quadrado, Mann-Whitney, Friedman, Kruskal-Wallys e Wilcoxon para amostras pareadas, considerando-se significativos valores associados a p<0,05. RESULTADOS: Observou-se homogeneidade entre

  15. Concordância entre informações do Cartão da Gestante e do recordatório materno entre puérperas de uma cidade brasileira de médio porte Correspondencia entre la información de la cartilla de gestante y el diario materno entre puérperas de una ciudad media brasileña Agreement between data from prenatal care cards and maternal recall in a medium-sized Brazilian city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juraci A. Cesar

    2013-05-01

    Full Text Available A assistência pré-natal é um indicativo da qualidade dos serviços de saúde. Esse estudo objetivou avaliar a concordância entre os dados do pré-natal da memória materna e do cartão da gestante no Município do Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Estudo transversal incluindo todas puérperas do ano de 2010 que realizaram pré-natal. As entrevistas e a coleta dos dados do cartão ocorreram nas maternidades. Das 2.288 puérperas entrevistadas, 1.228 (53,7% portavam o cartão da gestante, sendo a comparação realizada nesse grupo. A análise foi feita utilizando-se o teste de concordância kappa e o intervalo de confiança. A realização de seis ou mais consultas de pré-natal, exame das mamas e ginecológico, dois exames de sangue, VDRL, anti-HIV, urina e a vacinação antitetânica demonstraram diferença estatística entre os dados referidos e anotados (p ≤ 0,001. A adequação do pré-natal pelo índice do Programa de Humanização do Pré-Natal (PHPN nos dados referidos foi de 23,9% e de 4,4% nos dados anotados (p ≤ 0,001. Observamos um sub-registro no cartão da gestante, o qual influenciou negativamente na avaliação da qualidade do pré-natal.La asistencia prenatal es un indicativo de la calidad de los servicios de salud. Este estudio tuvo por objetivo evaluar la correspondencia entre los datos prenatales del diario materno y de la cartilla de gestante en el municipio de Río Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Es un estudio transversal incluyendo a todas las puérperas del año 2010 que recibieron asistencia prenatal. Las entrevistas y la recogida de los datos de la cartilla se produjeron en las maternidades. De las 2.288 puérperas entrevistadas, 1.228 (53,7% llevaban la cartilla de gestante, realizándose la comparación en ese grupo. El análisis se ejecutó utilizándose el test de concordancia kappa y el intervalo de confianza. La realización de seis o más consultas de prenatal, examen de mamas y ginecológico, de

  16. Sentimentos diante da não amamentação de gestantes e puérperas soropositivas para HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone de Paiva Sousa

    2004-01-01

    Full Text Available Investigación entre las mujeres embarazadas y parturientes portadoras de VIH sobre cuales son los sentimientos que vivenciam por el hecho de no poder amamantar. Se trata de un estudio cualitativo realizado desde octubre hasta diciembre del 2003 en Fortaleza-Ceará. Fueron aplicadas entrevistas semi-estructuradas a cinco mujeres gestantes y ocho parturientes portadoras de VIH. Los resultados señalaron que las mujeres gestantes y las parturientes expresan que la maternidad seria completa se fuera efetivo el acto de amamentamiento. Mencionaron que el motivo de no amamantar les produce sentimientos: culpa, frustraciones, sufrimiento, deseos interrumpidos, imposibilidad y sueños no realizados. Sin embargo, también, expresaran sentimiento de indiferencia delante del hecho puntual de no amamantar. Concluimos que las mujeres con VIH manifestaron las dificultades físicas, barata y psicológicas antes de no amamantar.

  17. Transmissão vertical do HIV: expectativas e ações da gestante soropositiva Transmisión vertical del VHI: expectativas y acciones de la gestante seropositiva HIV perinatal transmission: expectations and actions of hiv-positive pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilene Lins de Moura

    2006-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, com abordagem qualitativa, foi motivado pelo elevado número de casos de transmissão vertical do HIV. Teve como objetivo identificar as expectativas e ações da gestante HIV positivo quanto à gravidez e ao concepto. A amostra constituiu-se de 14 gestantes infectadas, assintomáticas, que conheciam sua soropositividade antes da gravidez e que estavam no 3º trimestre de gestação. Utilizou-se entrevista para a coleta de dados que ocorreu em 2001 e 2002. Empregou-se o Método do Discurso do Sujeito Coletivo para analisar os dados. Verificou-se que, quanto à maternidade, as gestantes tinham expectativas semelhantes, adaptaram-se à gravidez, e acreditavam na soronegatividade do bebê e na efetividade do tratamento. Concluiu-se pela necessidade de implementação de orientação para a saúde direcionada à mulher com enfoque na transmissão vertical do HIV/aids.Este estudio descriptivo, con aproximación cualitativa, fue motivado por el gran número de niños con transmisión vertical del VHI. Tuvo como objetivo identificar las expectativas y acciones de la gestante VHI positivo en cuanto al embarazo y al concepto. La muestra se constituyó de 14 gestantes infectadas, asintomáticas, que conocían su seropositividad antes del embarazo y que estaban en el 3.er trimestre de gestación. Para la recolección de los datos, realizada en el período de 2001 y 2002, se utilizó la entrevista. El Método de Discurso de Sujeto Colectivo fue empleado para analizar los datos. Se verificó que, en cuanto a la maternidad, las gestantes tenían expectativas semejantes. Se adaptaron a la gestación, confiaban en que el bebé seria suero negativo y en la efectividad del tratamiento realizado. Las conclusiones orientan hacia la necesidad de implementación de orientación sobre la salud de la mujer con acercamiento en la transmisión vertical del VHI/SIDA.This descriptive study with a qualitative approach was motivated by the high number

  18. Transmissão Vertical Zero: parceria entre o serviço público e o terceiro setor Transmisión Vertical Cero: sociedad entre el servicio público y el Tercer Sector Project Zero Perinatal HIV Transmission: partnership between public and private agencies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janie Maria de Almeida

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Divulgar experiência multidisciplinar de parceria entre gestores da rede pública de saúde e organizações não-governamentais voltadas à atenção à gestante HIV positivo; e caracterizar as situações de exposição ao HIV por gestantes atendidas pelo Projeto Transmissão Vertical Zero do Município de Sorocaba - SP. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com emprego de fontes documentais, e com levantamento de dados para caracterização sócio-demográfica e situações de exposição ao risco de infecção pelo HIV de 120 gestantes atendidas pelo Projeto, entre 1998 e 2004. RESULTADOS: O compartilhamento de ações entre o público e o terceiro setor constituiu-se em eficiente alternativa de assistência à mulher soropositiva para o HIV, ainda que 56,7% das gestantes desconhecessem a sorologia do parceiro e 73,3% nunca terem usado preservativo. CONCLUSÃO: A parceria contribuiu para a redução da transmissão vertical do HIV em Sorocaba - SP.OBJETIVOS: Divulgar la experiencia multidisciplinaria de sociedad entre gestores de la red pública de salud y organizaciones no gubernamentales dirigidas a la atención de la gestante VIH positivo; y caracterizar las situaciones de exposición al VIH por gestantes atendidas por el Proyecto Transmisión Vertical Zero del Municipio de Sorocaba - SP. MÉTODOS: Se trata de un estudio retrospectivo realizado con el empleo de fuentes documentales, y con el levantamiento de datos para caracterización socio-demográfica y situaciones de exposición al riesgo de infección por el VIH de 120 gestantes atendidas por el Proyecto, entre 1998 y 2004. RESULTADOS: El compartir acciones entre el público y el tercer sector se constituye en una eficiente alternativa de asistencia a la mujer seropositiva para el VIH, aunque el 56,7% de las gestantes desconociese la serología de la pareja y el 73,3% nunca haya usado preservativo. CONCLUSIÓN: La sociedad contribuyó a la reducción de la transmisión vertical

  19. ENTRE DESEJOS E POSSIBILIDADES: PRÁTICAS ALIMENTARES DE GESTANTES EM UMA COMUNIDADE URBANA NO SUL DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Frescura Junges

    2014-01-01

    Full Text Available estudio cualitativo, cuyo objetivo fue comprender las prácticas alimentarias de embarazadas que viven en una comunidad urbana al sur de Brasil. El método adoptó el abordaje de la etnoenfermería y la recolección de datos ocurrió a partir de un guión habilitador Observación-Participación-Reflexión, con cuatro embarazadas. El análisis etnográfico fue realizado en concomitancia con la recolección de datos, buscando temas que mantuvieran las interrogaciones de investigación. Los resultados permitieron revelar los significados culturales que las embarazadas atribuyeron a los saberes y a las prácticas alimentares, destacando las influencias de historia familiar y las relaciones sociales existentes en la comunidad. La percepción de los cambios corporales bajo la óptica de las embarazadas está relacionada a las elecciones alimentarias. Los profesionales enfermeros que ayuden a las embarazadas, al valorar las dimensiones del cuidado cultural, se aproximan de la familia y la comunidad, permitiendo una mejor adhesión al pre natal y promocionando acciones educativas coherentes con la cultura de estas gestantes.

  20. Prevalência de HIV em gestantes e transmissão vertical segundo perfil socioeconômico, Vitória, ES Factores asociados a recidiva en hanseníasis en Mato Grosso, Centro-oeste de Brasil HIV prevalence in pregnant women and vertical transmission in according to socioeconomic status, Southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Barbosa Cerqueira Vieira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência de infecção por HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical, segundo o perfil socioeconômico dos bairros de residência das mães. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório utilizando a base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação de gestantes HIV-positivas e aids em crianças notificadas entre 2000 e 2006 em Vitória, ES. Para análise das informações socioeconômicas foi utilizado o Índice de Qualidade Urbana. A prevalência de HIV em gestantes e a taxa de transmissão vertical foram calculadas. A distribuição espacial dos casos foi realizada no programa Terraview 3.2.0. Para verificar a associação entre a qualidade urbana e a prevalência de HIV em gestantes utilizou-se o modelo de regressão de Poisson. RESULTADOS: Um total de 137 gestantes e 14 crianças infectadas por transmissão vertical foi notificado no período. Sete crianças correspondiam a mães HIV-positivas sem notificação de caso no período analisado. A prevalência de infecção em gestantes no período foi de 0,44% e a taxa de transmissão vertical foi de 9,7%. CONCLUSÕES: A prevalência de infecção por HIV em gestantes e a transmissão vertical associam-se à qualidade urbana do bairro de residência, indicando que os bairros com menor qualidade urbana devem ser priorizados quanto às ações para redução da transmissão vertical.OBJETIVO: Analizar factores asociados a la ocurrencia de recidiva en hanseníasis. MÉTODOS: Estudio retrospectivo caso-control con 159 pacientes mayores de 15 años diagnosticados con hanseníasis en cinco municipios del Estado de Mato Grosso, Centro-oeste de Brasil, cuyas unidades de salud eran consideradas de referencia para el atendimiento. El grupo de casos incluyó 53 individuos con recidiva de 2005 a 2007 y fue comparado con el grupo control (106 con alta por cura en 2005, pareados por sexo y clasificación operacional. Se usaron datos del Sistema de Informaci

  1. Correlação entre o índice de massa corporal (IMC de gestantes e hipotensão após raquianestesia para cesarianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Souza Nani

    2011-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Existem poucas publicações correlacionando hipotensão em gestantes obesas, principalmente em obesas mórbidas, após raquianestesia para cesárea. Objetivamos avaliar a incidência de hipotensão correlacionada ao IMC. MÉTODO: No grupo Eutrofia foram incluídas 49 pacientes com IMC pré-gestacional abaixo de 25 kg.m-2 e no grupo Sobrepeso, 51 pacientes com IMC igual ou acima de 25 kg.m-2. Após raquianestesia, foram anotadas as medidas de pressão arterial, volume de cristaloides infundidos e dose de vasopressores utilizada até o nascimento. Redução da pressão arterial sistólica abaixo de 100 mmHg ou 10% da pressão arterial sistólica (PAS inicial foi classificada como hipotensão e corrigida com vasopressor. RESULTADOS: Os episódios de hipotensão foram menores no grupo Eutrofia (5,89 ± 0,53 vs. 7,80 ± 0,66; p = 0,027, assim como a quantidade de cristaloides (1.298 ± 413,6 mL vs. 1.539 ± 460,0 mL; p = 0,007 e o uso de vasopressores (5,87 ± 3,45 bolus vs. 7,70 ± 4,46 bolus; p = 0,023. Quanto às doenças associadas, observamos maior incidência de diabetes entre as gestantes obesas (29,41% vs. 9,76%, RR 1,60; IC 95%: 1,15-2,22; p = 0,036, porém não houve diferença entre os grupos em relação à incidência de doença hipertensiva específica da gestação (DHEG (sobrepeso: 21,57%, peso normal: 12,20%, RR 1,30; IC 95%: 0,88-1,94; p = 0,28. CONCLUSÕES: Na amostra estudada, IMC pré-gestacional maior ou igual a 25 kg.m-2 apresentou-se como fator de risco para hipotensão após raquianestesia em pacientes submetidas a cesáreas. O mesmo grupo de pacientes necessitou de um número de doses maior de vasopressores. A valorização desses achados implica aprimorar as técnicas anestésicas nessas pacientes a fim de diminuir as consequências da hipotensão pós-raquianestesia, tanto na gestante como no feto.

  2. CONHECIMENTO DE GESTANTES SOBRE O EXAME ANTI-HIV NO PRÉ-NATAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    KARLA DE ABREU PEIXOTO MOREIRA

    2006-01-01

    Full Text Available La epidemia de SIDA afecta cada vez más a las mujeres en edad fértil. La realización del examen anti-VIH durante el prenatal es una importante estrategia para reducir la morbio mortalidad por esta causa. El objetivo planteado fue el de investigar el nivel de conocimiento de las embarazadas cuanto a la importancia de la realización del examen anti-VIH en el prenatal. Estudio descriptivo con 50 embarazadas mayores de 18 años, que realizaban prenatal de bajo riesgo en consulta subsiguiente sin diagnóstico firmado para SIDA. La edad de las embarazadas predominó entre 20 a 25 años; la mayoría había sido abordada en consultas anteriores sobre la importancia del examen anti-VIH y un 92% confirmó que había realizado ese examen después de la primera consulta de prenatal. Se reafirman los beneficios de este examen en el prenatal y la importancia de la educación en la salud durante la prevención y el control de la enfermedad.

  3. ANÁLISE COMPREENSIVA DOS SIGNIFICADOS DE ESTAR GESTANTE E TER HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Guimarães Machado

    2010-01-01

    Full Text Available El resultado de los casos notificados de Sida en las mujeres mostró aporte en la prevención de la transmisión vertical y en la asistencia materno-infantil para la reducción de la morbilidad y mortalidad. Esa investigación tuvo como objetivo intuir los significados de estar embarazada y tener VIH/SIDA. La entrevista se desarrolló con siete mujeres, entre marzo y abril de 2009. La misma se realizó en un hospital universitario en Santa María/RS/Brasil. Investigación cualitativa de planteo fenomenológico por el método de análisis comprensivo de Martín Heidegger. El análisis comprensivo dejó ver la dificultad al descubrir el diagnostico y el miedo de transmitir el virus a los hijos, de no poder cuidarlos y de morir. Describen experiencias de otras gestaciones y de embarazo no planeado. Conocen el recelo, por eso la familia no sabía del diagnostico. Se concluye que es forzoso reflexionar sobre las prácticas de salud, de modo que se lleve a cabo en el cotidiano asistencial una percepción empática buscando comprender lo ya vivido y las necesidades de las mujeres y familias.

  4. Percepción de los profesionales de enfermería y las gestantes sobre la asesoría en virus de inmunodeficiencia humana en una empresa social del Estado de primer nivel en Bogotá, Distrito Capital Percepção dos profissionais de enfermagem y as gestantes sobre a assessoria em HIV em uma ESE de Primeiro Nível em Bogotá, Distrito Capital Perception of Nursing Professionals and Pregnant Women about Counseling on HIV in a First Level ESE in Bogota, Capital District

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Patricia Bejarano Beltran

    2012-07-01

    para al contención de la epidemia en este grupo poblacional.Objetivo: descrever a percepção que os profissionais de enfermagem e as gestantes têm em relação com a assessoria na detecção de vírus de imunodeficiência humana (HIV, com base nas diretrizes descritas no Guia Técnico do projeto INTEGRA: Modelo de Gestão Integral de Serviços de Saúde Sexual e Reprodutiva e Prevenção da Infeção por HIV para nortear ações que possibilitem o fortalecimento desta atividade em uma empresa social do Estado (ESE de Bogotá. Metodologia: desenho qualitativo, descritivo, com abordagem hermenêutica; a análise dos dados se fez mediante a técnica de análise de conteúdo (autor de dezasseis entrevistas semiestruturadas, realizadas durante quatro meses. Participaram oito profissionais de enfermagem que fazem assessoria em HIV e oito gestantes que recebem assessoria sobre HIV. Resultados: a questão central que surgiu da análise das entrevistas foi "os paradoxos da assessoria em HIV/Aids", sendo que a partir dos testimoniais dos participantes encontrouse uma série de ambivalências a respeito das opiniões, experiências, crenças e sentimentos. A questão se evidenciou nas seguintes categorias, retomadas do discurso das pessoas entrevistadas: os sentimentos, entre a ansiedade e a tranquilidade. As categorias emergentes do discurso dos profissionais de enfermagem se focou em: entre a frustração e a tranquilidade. Conclusões: para as gestantes e os profissionais da enfermagem, a assessoria em HIV/Aids foi percebida como um paradoxo, com sentimentos ambivalentes entre a alegria e a tristeza, o temor e a ansiedade, a frustração e a tranquilidade, o que deve ser feito e a realidade encontrada. Estas são percepções que irão permitir um melhor trabalho na prevenção da infeção do HIV por parte dos profissionais a fim de conseguir mudanças de comportamento saudáveis nas gestantes e aprimorar a assessoria como estratégia útil para a contenção da epidemia

  5. Ser gestante soropositivo para o Vírus da Imunodeficiência Humana: uma leitura à luz do Interacionismo Simbólico Ser gestante seropositiva para el Virus de la inmunodeficiencia humana-HIV: una lectura bajo el marco teórico del Interaccionismo Simbólico Being pregnant seropositive and having acquired the human immunodeficiency Virus (HIV: a theoretical interpretation under the Symbolic Interactionism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilene Lins de Moura

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o contexto do cotidiano vivido por mulheres grávidas soropositivas para o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, com enfoque na experiência de tornar-se grávida e assumir a gravidez. MÉTODOS: Os dados foram coletados por meio de entrevista gravada, com 14 gestantes sabidamente soropositivas para o HIV, que vivenciavam o terceiro trimestre de gravidez. O estudo fez uma leitura de dados brutos sobre expectativas e ações de gestantes soropositivas para o HIV, à luz do Interacionismo Simbólico. RESULTADOS: um dos aspectos encontrados mostrou que as mulheres HIV positivo assumem a gravidez, ainda que esta seja inesperada. CONCLUSÕES: os dados são um alerta para os profissionais de enfermagem que devem promover ações educativas para atender às demandas dessa mulher.OBJETIVO: Describir el contexto cotidiano vivido por mujeres embarazadas y seropositivas para el virus de la inmunodeficiencia humana (HIV, con enfoque en la experiencia de estar embarazada y aceptar ese estado. MÉTODOS: Los datos fueron recolectados por medio de entrevista grabada, con 14 gestantes sabidamente seropositivas para el HIV, que se encontraban en el tercer trimestre de embarazo. El estudio hizo una lectura de los datos brutos sobre expectativas y acciones de las gestantes seropositivas para el HIV, bajo el marco teórico del Interaccionismo Simbólico. RESULTADOS: Uno de los aspectos encontrados mostró que las mujeres infectadas con Sida aceptan el embarazo, inclusive cuando ocurre inesperadamente. CONCLUSIONES: Los datos sirven de para los profesionales de enfermería para que promuevan acciones educativas que atiendan las necesidades de esas mujeres.OBJECTIVE: To describe the context of everyday life experienced by pregnant women seropositive for human immunodeficiency virus (HIV, focusing on the experience of becoming pregnant and accepting that condition. METHODS: Data were collected recording interviews with 14 pregnant women known to

  6. Violência sexual e associação com a percepção individual de saúde entre mulheres gestantes Violencia sexual y asociación con la percepción individual de salud entre mujeres gestantes Sexual violence and its association with health self-perception among pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicole Moraes Rêgo De Aquino

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de histórico de violência sexual entre mulheres gestantes e sua associação com a percepção de saúde. MÉTODOS: Estudo transversal, com 179 mulheres maiores de 14 anos e grávidas de 14 a 28 semanas, entrevistadas em serviços públicos de saúde em São Paulo, SP, entre os anos de 2006 e 2007. Os instrumentos utilizados foram: inventário de violência sexual, inventário de dados sociodemográficos e questionário de qualidade de vida relacionada à saúde: "Medical Outcomes 12-Item Short-Form Health Survey" (SF-12®. Mulheres com e sem história de violência sexual foram comparadas quanto à idade, escolaridade, ocupação, estado civil, cor da pele e autopercepção de saúde física e mental. A violência sexual foi caracterizada em penetrativa ou não penetrativa. RESULTADOS: Houve prevalência de 39,1% de violência sexual entre as entrevistadas, sendo 20% do tipo penetrativo, cometida sobretudo por agressores conhecidos. Em 57% das mulheres a primeira agressão ocorreu antes dos 14 anos. Não houve diferenças sociodemográficas entre mulheres que sofreram e as que não sofreram violência sexual. Escores médios de percepção de saúde física entre as entrevistadas com antecedente de violência sexual foram menores (42,2; DP=8,3 do que das mulheres sem este antecedente (51,0; DP=7,5 (pOBJETIVO: Estimar la prevalencia de histórico de violencia sexual entre mujeres gestantes y su asociación con la percepción de salud. MÉTODOS: Estudio transversal, con 179 mujeres mayores de 14 años y embarazadas de 14 a 28 semanas, entrevistadas en servicios públicos de salud en Sao Paulo, Sureste de Brasil, entre los años de 2006 y 2007. Los instrumentos utilizados fueron: inventario de violencia sexual, inventario de datos sociodemográficos y cuestionario de calidad de vida relacionada con la salud: "Medical Outcomes 12-Item Short-Form Health Survey" (SF-12 ®. Mujeres con y sin historia de violencia

  7. Relação entre prática religiosa, uso de álcool e transtornos psiquiátricos em gestantes Relationship between religious practice, alcohol use, and psychiatric disorders among pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Schumann Silva

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A saúde mental de gestantes é bastante discutida na literatura científica. Nesse período, a mulher passa por alterações físicas, hormonais, psicológicas e sociais e torna-se mais suscetível a problemas psíquicos. Há carência de estudos abordando a relação entre saúde mental e religiosidade nessa população. OBJETIVO: Investigar a relação entre prática religiosa, prevalência de diagnósticos psiquiátricos e consumo alcoólico em gestantes de Juiz de Fora. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 260 gestantes acompanhadas em Centros de Atendimentos a gestantes de Juiz de Fora, utilizando-se um questionário sociodemográfico (incluindo filiação e prática religiosa, o Mini International Neuropsychiatric Interview e o Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT. RESULTADOS: A maioria das gestantes era praticante de religião (60,8%. As gestantes praticantes apresentavam menor frequência (p BACKGROUND: Mental health of pregnant and postpartum women is a topic widely discussed in scientific literature. During this period, women are going through major changes in physical, hormonal, psychological and social aspects, and thus become more susceptible to psychic problems. The relationship between health and religiousness is also evident in the literature, however there are no studies examining this relationship among pregnant women. OBJECTIVE: To investigate the relationship between religious practice, prevalence of psychiatric disorders, and alcohol use in pregnant women users of The Brazilian National Health System in Juiz de Fora, Brazil. MATERIALS AND METHODS: This is a cross-sectional study, involving 260 pregnant women of Juiz de Fora. Data collection was performed in care centers for pregnant women of the city, using a sociodemographic questionnaire (which included religious practice and religious filiation, the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI, and Alcohol Use Disorders

  8. Controle de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1: relato de caso Recurrent polyhydramnios management in an HIV-1 infected pregnant woman: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Duarte

    2004-04-01

    Full Text Available A redução da transmissão vertical (TV do vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1 utilizando a profilaxia com a zidovudina (AZT representa significativo avanço na assistência pré-natal e obstétrica destas pacientes. Condutas obstétricas invasivas são contra-indicadas em gestantes portadoras do HIV-1, em face do risco de aumento da taxa de TV deste vírus. Os autores relatam um caso de polidrâmnio recorrente em gestante portadora do HIV-1, que exigiu drenagem por amniocentese. Foram realizadas quatro punções ao longo da gestação, na 23ª, 26ª, 27ª e 29ª semanas, todas guiadas por ultra-sonografia, drenando, respectivamente, 1.800, 1.450, 1.700 e 1.960 mL de líquido amniótico claro em cada punção. Com 30 semanas e 5 dias de gestação a paciente apresentou trabalho de parto pré-termo, evoluindo para parto vaginal de recém-nato (RN pesando 1.690 g e medindo 43 cm. O RN evoluiu com diagnóstico de nefropatia perdedora de sódio, tendo três aferições de reação em cadeia de polimerase para HIV-1 negativas. Os autores ilustram uma opção no manejo de situações que envolvam gestantes portadoras do HIV-1 que necessitem de procedimentos obstétricos invasivos, utilizando AZT endovenoso (2 mg/kg previamente ao procedimento, medida que apresentou excelente resultado no caso descrito, evitando a infecção perinatal pelo HIV-1.The reduction of mother-to-child transmission (MTCT of the HIV-1 using zidovudine (ZDV represents a cornerstone in the prenatal and obstetrical care to these patients. The invasive fetal and obstetric procedures are proscribed in HIV-1 infected pregnant patients, to avoid the increased risk of MTCT of this virus. The authors present a case of an HIV-1 infected woman with recurrent polyhydramnios. Four ultrasound-guided amniotic punctures were performed in the 23rd, 26th, 27th and 29th weeks of gestation, each one draining the respective volumes of 1,800, 1,450, 1,700 and 1,960 ml of clear amniotic

  9. AIDS em gestantes: possibilidade de reduzir a transmissão vertical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Scherer Wiethäuper

    2003-06-01

    Full Text Available Neste estudo, buscamos investigar o conhecimento que gestantes possuem sobre a transmissão vertical, o comprometimento do feto e o significado do resultado soropositivo que a identifica como infectada pelo HIV. A pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, foi desenvolvida em Unidades Sanitárias de São Leopoldo/RS. A análise permitiu captar a percepção de 63 gestantes entre 16 e 40 anos sobre os motivos e os significados para realização do teste, os conhecimentos e vivências do cotidiano e as perspectivas e cuidados com o bebê. Os resultados trazem um alerta aos profissionais que atuam no pré-natal, visto que necessitam atender uma complexidade de situações que emergem quando se vincula gestação e AIDS.

  10. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro Prevalence and risk factors associated to preterm delivery among pregnant women submitted to preterm labor inhibition treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucila Coca Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes foram: idade, escolaridade, ocupação, paridade, companheiro, tabagismo, infecção urinária prévia, número de consultas pré-natal e intervalo interpartal. A análise foi feita pelo teste de associação pelo Qui-quadrado e modelos de regressão logística univariado e múltiplo. RESULTADOS: 66,3% das gestantes tiveram filhos prematuros e, em 22,7% dos casos, o parto ocorreu antes de 34 semanas. Houve associação estatística significativa entre parto prematuro e ser nulípara e apresentar número baixo de consultas pré-natal. CONCLUSÕES: atenção especial deve ser dada às gestantes nulíparas e com número reduzido de consulta pré-natal submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro, com a finalidade de prevenir esse evento.OBJECTIVES: to identify preterm delivery prevalence in pregnant women submitted to preterm delivery inhibition treatment and to analyze associated factors. METHODS: cross sectional study with data collected from 163 pregnant women medical files seen from 1995-2000 at the University Hospital of the University of São Paulo, Brazil. The dependent variable was preterm delivery and the independent ones were: age, education, job, parity, companion, smoking, prior urinary infection, number of prenatal medical visits and birth interval. Analysis was performed through association by the Chi-square test and univariate and multiple logistic regression models. RESULTS: 66.3% of the women had preterm

  11. A anemia nutricional entre gestantes atendidas em centros de saúde do Estado de São Paulo (Brasil Nutritional anaemia in pregnant women attending health centers in S. Paulo State (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sophia Cornbluth Szarfarc

    1985-10-01

    Full Text Available Com o objetivo de estimar a prevalência de anemia entre a clientela do Programa de Atendimento à Gestante (PAG, da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo (Brasil, e de analisar o item referente à suplementação de ferro, do mesmo programa, estudaram-se os prontuários de 4.539 gestantes, matriculadas nos PAGs de 15 Centros de Saúde (CS, escolhidos através de amostragem, probabilística. Observou-se anemia (hemoglobina - Hb - In order to estimate the prevalence of anaemia among pregnant women receiving attention at the "Program of Attention to Pregnant Women" (PAG of the Secretariat of Health of the State of S. Paulo, and also with a view to analysing the item of PAG referring to iron supplementation, a probabilist sample of 4539, drawn from 15 Health Centers (HC, was studied. Anaemia was observed in 35.1% of the women (Hb < 11.0 g/dl, suggesting that iron deficiency is a considerable public health problem for the sample population. Based on these results the introduction of Hb determination as part of the "PAG" routine is suggested. Results should be related to gestational age. It is also suggested that, in some HC, efficiency of iron supplementation be evaluated.

  12. Vivências de gestantes e puérperas com o diagnóstico do HIV Experiencias de mujeres embarazadas y en el postparto con diagnóstico de HIV Experiences of pregnant and post-partum women with HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alix Leite Araújo

    2008-10-01

    Full Text Available Identificar as experiências de gestantes e puérperas portadoras do HIV com a quimioprofilaxia para prevenção da transmissão vertical. Estudo de abordagem qualitativa desenvolvido nos meses de março e abril de 2006 em uma maternidade de referência de Fortaleza-Ceará. Os sujeitos foram gestantes e puérperas HIV positivas em acompanhamento pré-natal e no alojamento conjunto. A coleta de dados deu-se através de entrevista e a análise em três categorias: a revelação do diagnóstico aos familiares, o aconselhamento e a vivência das recomendações para a profilaxia da transmissão vertical. Constatou-se que essas mulheres enfrentaram situações de conflitos e sentimentos negativos diante da vida e a importância do acompanhamento emocional por equipe multiprofissional capacitada, atenta as demandas subjetivas.Identificar las experiencias de las embarazadas y madres recientes portadoras de HIV con la quimioprofilaxia para la prevención de la transmisión vertical. Estudio de abordaje cualitativo desarrollado entre los meses de marzo y abril de año 2006, en maternidad importante de Fortaleza/CE. Las personas fueron embarazadas y madres recientes HIV positivas en acompañamiento prenatal y en alojamiento conjunto. La colecta de datos ocurrió a través de entrevista y análisis en tres categorías: La revelación del diagnóstico a los familiares, el consejo y la vida de las recomendaciones para la profilaxia de las transmisión vertical. Constatase que las mujeres enfrentan situaciones de conflictos y sentimientos negativos delante de la vida y que el acompañamiento individual por una equipo de múltiplos profesionales capacitadas diminuye mucho su estado emocional.Detect the experiences of pregnants and mothers that bear the HIV viruses using quimioprophylaxlis to prevent the upright transmission. A research of qualitative approach developed between march and april of 2006 on main mother-hoods in Fortaleza - Ceará. The persons were

  13. Vivências de gestantes e puérperas com o diagnóstico do HIV Experiencias de mujeres embarazadas y en el postparto con diagnóstico de HIV Experiences of pregnant and post-partum women with HIV

    OpenAIRE

    Maria Alix Leite Araújo; Cláudia Bastos da Silveira; Caroline Bastos da Silveira; Simone Paes de Melo

    2008-01-01

    Identificar as experiências de gestantes e puérperas portadoras do HIV com a quimioprofilaxia para prevenção da transmissão vertical. Estudo de abordagem qualitativa desenvolvido nos meses de março e abril de 2006 em uma maternidade de referência de Fortaleza-Ceará. Os sujeitos foram gestantes e puérperas HIV positivas em acompanhamento pré-natal e no alojamento conjunto. A coleta de dados deu-se através de entrevista e a análise em três categorias: a revelação do diagnóstico aos familiares, ...

  14. Corrimento vaginal referido entre gestantes em localidade urbana no Sul do Brasil: prevalência e fatores associados Self-reported vaginal discharge among pregnant women in an urban area in Southern Brazil: prevalence and associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia M. V. da Fonseca

    2008-03-01

    Full Text Available Por intermédio de delineamento transversal, buscou-se determinar a prevalência e identificar fatores associados à ocorrência de corrimento vaginal referido entre gestantes da cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Utilizando-se de questionário padrão, foram investigadas características sócio-econômicas, demográficas, reprodutivas, condições de moradia, assistência recebida e ocorrência de corrimento vaginal referido entre estas gestantes. Para as comparações entre proporções utilizou-se teste do qui-quadrado e para análise multivariada regressão de Poisson. Dentre as 339 gestantes estudadas, 51,6% referiram corrimento vaginal na gestação. As seguintes variáveis mostraram-se significativamente associadas à ocorrência de corrimento vaginal referido: idade (razão de prevalências: RP= 1,49, estado civil (RP = 1,31, ocorrência de infecção urinária (RP = 1,56, hiperglicemia na gestação atual (RP = 1,48, uso de dispositivo intra-uterino (RP = 2,35, ocorrência prévia de parto prematuro (RP = 1,37 e utilização de anticoncepcional oral como fator de proteção (RP = 0,79. Este estudo mostrou prevalência elevada de corrimento vaginal referido entre as gestantes estudadas e permitiu identificar aquelas com maior risco de adoecer por esta causa, o que pode contribuir para a adoção de medidas preventivas.The purpose of this study was to determine the prevalence and risk factors associated with self-reported vaginal discharge among pregnant women in the city of Rio Grande, South Brazil. Using a cross-sectional design, a standard interview was applied to pregnant women at home by previously trained interviewers, covering the following: demographic, reproductive, and socioeconomic data, household conditions, health care, and illnesses during pregnancy, including vaginal discharge. The chi-square test was used to compare proportions, and Poisson regression was used in the multivariate analysis. Among the 339

  15. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  16. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  17. Manejo clínico da gestante com hiv positivo nas maternidades de referência da região do Cariri Manejo clínico de la embarazada hiv positivo en las maternidades de referencia de la región de Cariri Clinical management of the hiv positive pregnant women in reference maternities from the region of Cariri

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Thania Dias de Lima

    2010-09-01

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou identificar como ocorre o manejo clínico e medicamentoso da gestante com HIV nas maternidades de referência da região do Cariri. Estudo descritivo, retrospectivo, com dados de 22 prontuários e 21 fichas de notificação entre agosto de 2003 e setembro de 2007, analisados por estatística descritiva. Todas as gestantes realizaram 4 a 6 consultas de pré-natal. A maioria recebeu profilaxia com AZT; foram realizados 16 testes rápidos para o HIV. O parto cesáreo foi o mais utilizado; 17 receberam AZT intraparto e esquema completo; 9 iniciaram o AZT intravenoso antes de três horas de internação. No puerpério, sete realizaram inibição mecânica da lactação; duas, inibições hormonais; e oito, os dois métodos. Todos recém-nascidos receberam AZT oral e fórmula infantil. As maternidades investigadas seguem as orientações do MS quanto: uso de teste rápido, escolha do tipo de parto, profilaxia com AZT intravenoso, inibição da lactação e cuidados imediatos aos recém-nascidos.Esta investigación objetivó identificar como ocurre el manejo clínico y medicamentoso de las mujeres embarazadas con VIH en las maternidades de referencia de la región de Cariri. Estudio descriptivo, retrospectivo, con datos de 22 prontuarios y 21 fichas de notificación de agosto de 2003 hasta septiembre de 2007, analizados por estadística descriptiva. Todas las mujeres embarazadas realizaron de 4 a 6 consultas de prenatal. La mayoría recibió profilaxis con AZT; realizados 16 exámenes rápidos para el VIH. El parto [cesáreo] fue el más utilizado; 17 recibieron AZT intraparto y esquema completo; 9 iniciaron el AZT intravenoso antes de tres horas de internación. En el puerperio, siete realizaron inhibición mecánica de la lactación, dos inhibiciones hormonales y ocho, los dos métodos. Todos los recién nacidos recibieron AZT oral y fórmula infantil. Las maternidades investigadas siguen las orientaciones del MS cuanto: uso

  18. Educação em saúde para atenção à gestante: paralelo de experiências entre Brasil e Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Abdel Massih Pio

    2014-03-01

    Full Text Available A prática assistencial tem suscitado inquietações relacionadas ao cuidado dispensado às mulheres, com a atenção para questões que se revestem de extrema importância na Saúde Materna na Saúde Pública. Propõe-se disparar neste estudo a discussão sobre os alcances e desafios da integralidade do cuidado à saúde materna, a partir da experiência de uma das autoras em cenários de saúde do Brasil e Portugal. Será apresentada a análise comparada do formato de grupos de gestantes enquanto estratégia frequente, principalmente na Atenção Primária dos dois países. Para isso, foi utilizada a observação participante de dois grupos de gestantes, um em cada país. A organização dos grupos foi apresentada e analisada em suas configurações metodológicas e práticas. A análise das experiências indica que os dois grupos podem ser considerados informativos ou educativos, com metodologia e estruturação sob a forma de palestras com temas pré-definidos, com reduzida possibilidade de reflexão e empoderamento, devido à forma fragmentada de apresentação, o que pode também denotar diminuída reflexão acerca das mudanças no papel feminino. Conclui-se que a necessidade do cuidado às mulheres, em distintos momentos de suas vidas, pressupõe a contínua luta por uma abordagem ampliada e integral, enfatizando a rede de cuidados e o enfoque na promoção de saúde.

  19. Relações entre a saúde mental da gestante e o apego materno-fetal Relations between pregnant women's mental health and maternal-fetal attachment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Alvarenga

    2012-12-01

    Full Text Available O estudo investigou as relações entre variáveis sociodemográficas, saúde mental da gestante e o apego materno-fetal no terceiro trimestre de gestação. Participaram do estudo 261 gestantes selecionadas através de amostragem por acessibilidade em quatro maternidades públicas. As gestantes responderam individualmente uma ficha de dados sociodemográficos, a Escala de Apego Materno-Fetal e o SRQ-20. A análise de regressão revelou que o número de filhos (4% e a saúde mental materna (4,2% explicaram parte da variância no apego materno-fetal. A escolaridade da mãe e do pai não esteve associada a essa variável. O modelo de regressão múltipla considerando os quatro fatores analisados, explicou 8,2% da variância nos escores de apego materno-fetal. Discutem-se as implicações dessas variáveis na formação do vínculo da mãe com o bebê durante a gestação.This study investigated the relations among sociodemographic variables, pregnant women mental health, and maternal-fetal attachment in the third trimester of pregnancy. Participants were 261 pregnant women recruited from public maternity wards using a convenience sampling technique. Each pregnant woman completed a sociodemographic data form, the Maternal-Fetal Attachment Scale, and the SRQ-20. Regression analysis revealed that the number of children (4% and mothers' mental health (4.2% accounted for part of the variance in maternal-fetal attachment scores. Father's and mother's schooling was not associated with this variable. Taking the four analyzed factors into account, a multiple regression model accounted for 8.2% of the variance in the maternal-fetal attachment scores. The implications of these variables for mother-infant bonding during pregnancy are discussed.

  20. Gestantes HIV positivas e sua não-adesão à profilaxia no pré-natal=HIV positive pregnant women who do not follow the prenatal prophylaxis=Mujeres embarazadas con HIV positivo y su non adhesión a la profilaxia en el prenatal

    OpenAIRE

    Cechim, Petrolina Libana; Perdomini, Fernanda Rosa Indriunas; Quaresma, Lisiane Moitin

    2007-01-01

    Este é um estudo exploratório descritivo com abordagem qualitativa. Investigamos a não-adesão de gestantes portadoras do vírus HIV/AIDS ao tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde no período pré-natal. Os sujeitos desta pesquisa foram sete mulheres soropositivos, que, durante a gestação, não aderiram ao tratamento profilático recomendado. Os dados foram coletados por uma entrevista semiestruturada. Para a análise dos dados, elaboramos categorias com base nas falas destes sujeitos. Com ...

  1. Gestantes/puérperas com hiv/aids: conhecendo os déficits e os fatores que contribuem no engajamento para o autocuidado Gestantes/puérperas con el vih/sida: conociendo los déficits y los factores que contribuyen para el compromiso con el autocuidado Pregnant women/mothers with newborns with hiv/aids: understanding the deficits and factors that contribute to engaging in self-care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Maria Scherer

    2009-06-01

    Full Text Available Trata-se uma pesquisa qualitativa do tipo exploratório-descritiva cujo objetivo foi conhecer os déficits de autocuidado de gestantes/puérperas com HIV/AIDS e os fatores que influenciam no engajamento para o autocuidado. O estudo foi realizado com dez gestantes/puérperas com HIV que utilizam um serviço especializado em DST/AIDS no Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados por meio de um grupo focal e entrevistas individuais, com um roteiro semiestruturado. Após análise dos dados, utilizando-se a análise de conteúdo, chegou-se aos seguintes resultados: as gestantes/puérperas com HIV apresentam déficits de autocuidado relacionados com a alimentação, ingesta hídrica, sono e repouso, vida sexual, lazer e recreação e interação social. Convivem tanto com fatores que contribuem para o engajamento no autocuidado quanto com fatores que o dificultam. Embora com dificuldades, as gestantes/puérperas têm conseguido sobreviver ao isolamento e ao preconceito graças ao apoio familiar e da equipe de saúde, em especial das enfermeiras.Se trata de una investigación de carácter cualitativo, exploratoria descriptiva, cuyo objetivo fue conocer las faltas con el autocuidado de las gestantes/puérperas con VIH/SIDA, así como los factores que contribuyen para su compromiso con ese autocuidado. El estudio fue realizado con diez gestantes/puérperas con VIH/SIDA que utilizaron un servicio especializado en DST/SIDA, en el Estado de Rio Grande do Sul Brasil. Los datos fueron colectados a través de sesiones de grupo, y también por medio de entrevistas individuales con un esquema parcialmente elaborado. Después de realizar el análisis de los datos, utilizando para ello el análisis del contenido, se obtuvieron los siguientes resultados: las gestantes/puérperas con VIH presentan dificultades en el autocuidado que están relacionadas con la alimentación, la ingestión de líquidos, sueño y descanso, vida sexual, ocio, recreación, e integraci

  2. Correlação entre os índices dopplervelocimétricos da veia cava inferior e ducto venoso e a concentração de hemoglobina do cordão em fetos de gestantes isoimunizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taveira Marcos Roberto

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: o objetivo principal desse estudo foi verificar se existe correlação entre os índices dopplervelocimétricos da veia cava inferior e do ducto venoso e a concentração sérica da hemoglobina fetal. MÉTODOS: estudo transversal e prospectivo, realizado entre janeiro de 1998 e junho de 2001. Foram acompanhadas 31 gestantes isoimunizadas com resultado do teste de Coombs indireto maior que 1:8, que foram submetidas à pesquisa de hemólise fetal. Quando foram indicadas as transfusões intra-uterinas intravasculares, a hemoglobina do cordão foi dosada no início do procedimento. Nos demais casos, a hemoglobina do cordão foi mensurada no momento do parto, sempre por cesariana eletiva. Obteve-se um total de 74 procedimentos estudados, definidos como sendo cada transfusão intra-uterina precedida pela dopplervelocimetria venosa. A mensuração da concentração da hemoglobina fetal foi realizada no Hemocue® (B-Hemoglobin Photometer Hemocue AB; Angelholm, Sweden, dispositivo usado para a determinação quantitativa de hemoglobina no sangue. A dopplervelocimetria da cava inferior e do ducto venoso foi realizada antecedendo a coleta do sangue fetal, sempre em intervalo de tempo inferior a 24 horas. Os índices dopplervelocimétricos estudados foram o índice de pulsatilidade para veias (IPV, o índice do pico de velocidade para veias (IPVV e a relação entre o pico de velocidade durante a fase de contração atrial e o pico de velocidade na sístole ventricular (relação CA/SV ou índice de pré-carga, na veia cava inferior, e o IPV, IPVV e a relação entre os picos de velocidade da sístole ventricular e da contração atrial (relação SV/CA, no ducto venoso. Foi realizado estudo de correlação entre a dopplervelocimetria da veia cava inferior e do ducto venoso e a hemoglobina do cordão, pela técnica de regressão linear simples. Realizou-se também estudo de associação entre os índices dopplervelocimétricos do compartimento

  3. Associação entre o uso de sulfoniluréias por gestantes diabéticas e malformações fetais The use of sulfonylureas by pregnant diabetic women and fetal malformations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan Magalhães Montenegro Junior

    1999-08-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a relação entre o uso de sulfoniluréias (SF por gestantes diabéticas seguidas na nossa clínica e as malformações (MF fetais detectadas. Métodos: estudamos, retrospectivamente, 35 gestantes diabéticas tipo 2, seguidas no Ambulatório de Pré-Natal Patológico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP, no período de 1993-1995, das quais 22 encontravam-se em uso inadvertido de SF no 1º trimestre da gestação (grupo SF. Avaliamos a prevalência de MF e comparamos com as gestantes diabéticas que nesse período encontravam-se em uso de insulina ou apenas dieta (grupo C. Foram também analisadas outras variáveis: tempo de doença, idade, controle metabólico e seguimento pré-natal. Resultados: não houve diferença estatisticamente significativa entre os 2 grupos quanto a faixa etária, tempo de evolução do diabetes, controle metabólico ou precocidade do início do pré-natal, sendo a freqüência de MF semelhante nos 2 grupos (8,3% no grupo C e 13,6% no grupo SF. As malformações encontradas foram: no grupo SF - agenesia renal, hipoplasia pulmonar e gônadas em fita (paciente 1; membros curtos e pododáctilos de implantação anormal (paciente 2; fenda palatina, implantação baixa de orelhas, pescoço alado, prega palmar única e nariz em sela (paciente 3, e no grupo C - micrognatia, orelha displásica, polidactilia, imperfuração anal, hipospadia, comunicação inter-atrial e comunicação interventricular (paciente 4. Conclusões: esses dados não nos permitem atribuir as malformações encontradas no grupo SF ao uso de sulfoniluréias, embora nesse grupo tenham ocorrido alterações não usualmente descritas na embriopatia diabética.Purpose: to evaluate a possible relationship between fetal malformations (FM and the use of sulfonylureas (SF by diabetic pregnant women. Methods: we retrospectively studied 35 type 2 diabetic pregnant women followed at the Pathological Prenatal

  4. Prevalência e fatores associados à percepção de ocorrência de corrimento vaginal patológico entre gestantes Prevalence of self-reported vaginal discharge and associated factors in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juraci A. Cesar

    2009-12-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo medir a prevalência e identificar fatores associados à percepção de corrimento vaginal patológico por gestantes residentes em Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Aplicou-se questionário padronizado a todas as parturientes nas maternidades do município em 2007. Utilizou-se teste do qui-quadrado para comparar proporções e análise multivariável por regressão de Poisson. A prevalência de corrimento vaginal foi de 40%. Análise ajustada mostrou as seguintes razões de prevalência: 1,6 (1,4-1,8 para adolescentes; 1,3 (1,1-1,6 para aquelas com até oito anos de escolaridade; 1,3 (1,1-1,5 para aquelas que ingeriram álcool; 2,0 (1,8-2,2 para aquelas que referiram corrimento vaginal em gestação anterior; 1,4 (1,3-1,6 para infecção urinária na gestação atual; prematuridade em gestação anterior mostrou-se protetor com RP = 0,8 (0,7-0,9. Os serviços de saúde deveriam priorizar diagnóstico e tratamento de corrimento vaginal entre gestantes adolescentes, de baixa renda familiar e escolaridade, com história prévia de corrimento em gravidez anterior e infecção urinária na gravidez atual.This study aims to determine the prevalence self-reported abnormal vaginal discharge and to identify associated risk factors in pregnant women in the municipality of Rio Grande, Rio Grande do Sul State, Brazil. A standardized questionnaire was applied to all pregnant women admitted for delivery in local maternity hospitals. The chi-square test was used to compare proportions, and Poisson regression was applied using multivariate analysis. Prevalence of vaginal discharge was 40%. Adjusted analysis showed the following prevalence ratios for vaginal discharge: 1.6 (1.4-1.8 for adolescents; 1.3 (1.1-1.6 for 8 years of schooling or less; 1.3 (1.1-1.5 for alcohol consumption; 2.0 (1.8-2.2 for vaginal discharge in the previous pregnancy; 1.4 (1.3-1.6 for urinary tract infection in the current pregnancy; and 0.8 (0

  5. O uso de anti-retrovirais em gestantes modifica o perfil lipídico?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    El Beitune Patrícia

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o efeito das medicações anti-retrovirais sobre o metabolismo lipídico em gestantes portadoras do HIV. MÉTODOS: estudo prospectivo realizado em 57 gestantes que foram divididas em três grupos: grupo AZT, com 20 pacientes portadoras do HIV em uso de AZT; grupo TT, com 25 pacientes portadoras do HIV em uso de esquemas contendo três anti-retrovirais (AZT + 3TC + NFV e grupo controle, com 12 pacientes. Os dados demográficos e antropométricos foram homogêneos entre os grupos estudados. Foram excluídas as pacientes com antecedentes pessoais ou familiares de hiperlipidemia. Amostras sanguíneas foram obtidas para avaliação dos lipídeos (colesterol total, frações LDL e HDL-colesterol e triglicerídeos em quatro oportunidades durante a gravidez (1º = 14-20 semanas; 2º = 21-26 semanas; 3º = 27-32 semanas e 4º = 33-38 semanas. Os dados foram analisados utilizando-se os testes não paramétricos do chi², teste de Friedman e teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: o uso de anti-retrovirais durante a gestação não induziu diferenças nas taxas do colesterol total e HDL, no entanto, o uso destes agentes esteve associado a elevação de 76,5 mg/dL e 84 mg/dL para 96 mg/dL e 105 mg/dL na concentração da fração LDL-colesterol para os grupos AZT e TT, respectivamente (p<0,01. Observou-se associação positiva significante entre os triglicerídeos e a carga viral nas gestantes do grupo AZT (r = 0,53; p = 0,015. CONCLUSÃO: a utilização dos anti-retrovirais durante a gestação eleva significativamente a concentração da lipoproteína LDL. Persistem as dúvidas se a gestação potencializa a longo prazo os efeitos dos anti-retrovirais sobre o metabolismo lipídico.

  6. A realização do teste anti-hiv no pré-natal: os significados para a gestante El establecimiento de la lucha contra la prueba del vih en pre-navidad: significados para el embarazo The establishment of anti-hiv test in pre-natal: meanings for pregnancy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Maria de Oliveira Silva

    2008-12-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo conhecer e analisar o significado da realização do teste anti-HIV no pré-natal para as gestantes. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa e foi realizada em um Hospital Escola e em uma Maternidade do município do Rio de Janeiro. Como recurso técnico-metodológico utilizou-se o discurso do sujeito coletivo (DSC. Após a análise dos discursos verificamos que para as gestantes a realização do teste significa a possibilidade de prevenir a transmissão vertical do HIV e como parte da assistência pré-natal. O pré-natal foi considerado pelas gestantes uma excelente oportunidade para a realização do teste anti HIV, para o conhecimento da condição sorológica e início precoce do tratamento. Conclui-se que o teste, para a maioria das gestantes, representa a possibilidade de proteger o filho do HIV, além de fazer parte da construção do papel materno a partir de um cuidado concreto com a saúde do bebê.El estudio que tenía para que el objetivo sepa y analice el significado de la realización del anti-VIH de la prueba en el prenatal para las mujeres embarazadas. Uno está sobre una investigación con acercamiento cualitativo y fue ejecutado en una escuela del hospital y una maternidad de la ciudad de Rio de Janeiro. Como recurso técnico-metodológico el discurso del ciudadano colectivo fue utilizado (DSC. Después de que el análisis de los discursos, nosotros verificamos que para las mujeres embarazadas la realización de la prueba significa la posibilidad para prevenir la transmisión vertical del VIH y como parte de la ayuda prenatal. El prenatal era considerado por las mujeres embarazadas una ocasión excelente para la realización del anti VIH de la prueba, para el conocimiento de la condición sorological y del principio precoz del tratamiento. Se concluye que la prueba, para la mayoría de las mujeres embarazadas, representa la posibilidad para proteger al hijo del VIH, más allá de ser

  7. Imagem corporal de gestantes: um estudo longitudinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Fernandes Filgueiras Meireles

    Full Text Available RESUMO Objetivos Comparar atitudes corporais, atitudes alimentares, sintomas depressivos, autoestima, ansiedade e índice de massa corporal (IMC de gestantes em diferentes momentos ao longo da gestação, bem como verificar a influência que as variáveis estudadas exercem sobre as atitudes corporais no primeiro, segundo e terceiro trimestre gestacional. Métodos Foram incluídas 17 gestantes que frequentavam o exame pré-natal na cidade de Juiz de Fora-MG, entre 22 e 41 anos de idade (média de 30,76 ± 5,65 anos, excluindo-se aquelas com dados incompletos. Como instrumentos de avaliação utilizaram-se: Body Attitudes Questionnaire, Eating Attitudes Test-26, Beck Depression Inventory, Rosenberg Self-esteem Scale, a versão curta do Brazilian State-Trait Anxiety Inventory e o questionário sociodemográfico. Ademais, foram coletados dados antropométricos e obstétricos. Foram realizadas análises estatísticas descritivas, comparativas e correlacionais. Resultados O IMC, as atitudes corporais negativas e a subescala “sentimento de gordura” aumentaram progressivamente ao longo da gestação (p 0,05. Além disso, o IMC explicou 31% da variância das atitudes direcionadas ao corpo no primeiro trimestre, enquanto as atitudes alimentares foram responsáveis por 30% e 46% das atitudes corporais no segundo e terceiro trimestre, respectivamente. Conclusões As atitudes corporais, as atitudes alimentares, os sintomas depressivos, a autoestima e a ansiedade mantiveram-se constantes ao longo da gestação. O IMC e as atitudes alimentares influenciaram a imagem corporal em gestantes. Sugere-se a criação de instrumentos específicos a fim de um melhor entendimento das preocupações relacionadas ao corpo de gestantes.

  8. Gestantes HIV positivas e sua não-adesão à profilaxia no pré-natal Mujeres embarazadas con HIV positivo y su non adhesión a la profilaxia en el prenatal HIV positive pregnant women who do not follow the prenatal prophylaxis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petrolina Libana Cechim

    2007-10-01

    Full Text Available Este é um estudo exploratório descritivo com abordagem qualitativa. Investigamos a não-adesão de gestantes portadoras do vírus HIV/AIDS ao tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde no período pré-natal. Os sujeitos desta pesquisa foram sete mulheres soropositivos, que, durante a gestação, não aderiram ao tratamento profilático recomendado. Os dados foram coletados por uma entrevista semi-estruturada. Para a análise dos dados, elaboramos categorias com base nas falas destes sujeitos. Com os resultados, observamos que existe a vulnerabilidade da mulher em realizar a negociação do sexo seguro com o seu parceiro e que associado às baixas condições socio-econômicas, desemprego e falta de afeto, faz com que as mulheres se tornem vítimas do HIV/AIDS.Este es un estudio exploratorio descriptivo con abordaje cualitativo. Se buscó investigar a la no adhesión de las gestantes portadoras del vírus HIV/SIDA al tratamiento preconizado por el Ministério de la Salud en el periodo prenatal. Los sujetos de esta encuesta fueron siete mujeres seropositivas, que durante la gestación, no se adhirieron al tratamiento profiláctico recomendado por el Ministerio de la Salud. Los datos fueron colectados por las autoras del estudio, a través de una entrevista semiestructurada. Para el análisis de los datos, elaboramos categorías desde lo que expresaron estos sujetos. Con los resultados observamos que existe la vulnerabilidad de la mujer en realizar negociación del sexo seguro con su compañero y que asociado a las bajas condiciones socioeconómicas, desempleo y falta de afecto, hace con que las mujeres se conviertan en víctimas del HIV/SIDA.This is an exploratory study based on a qualitative approach. The objective was to investigate why HIV positive pregnant women do not follow the treatment which is recommended by the Health Ministry during the prenatal period. The individuals participating of this investigation were seven HIV

  9. Conhecimento, atitude e prática sobre métodos anticoncepcionais entre adolescentes gestantes Knowledge, attitudes, and practices on previous use of contraceptive methods among pregnant teenagers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Alves Vieira Belo

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar o conhecimento, a atitude e a prática em relação ao uso prévio de métodos anticoncepcionais em adolescentes gestantes, bem como algumas de suas características sociodemográficas e da sua vida sexual. MÉTODOS: Estudo observacional, associado a inquérito conhecimento, atitude e prática. Envolveu 156 adolescentes grávidas com idade menor ou igual a 19 anos, que responderam a questionário antes da primeira consulta pré-natal, entre outubro de 1999 a agosto de 2000. Foram realizadas análises univariada e bivariada.Para esta foram utilizados os testes qui-quadrado de Pearson e de Yates e de regressão logística. RESULTADOS: As adolescentes apresentaram média de idade de 16,1 anos. Houve predomínio de primigestas (78,8%. A idade média da menarca foi 12,2 anos, sendo 14,5 anos para a primeira relação sexual. Condom (99,4% e anticoncepcional oral hormonal (98% foram os métodos anticoncepcionais mais conhecidos. Cerca de 67,3% não estavam utilizando qualquer método antes de ficar grávida. O principal motivo isolado alegado para o não uso foi o desejo de engravidar (24,5%. As adolescentes mais velhas, as que informaram professar alguma religião e as que pertenciam a uma classe socioeconômica mais alta tinham um maior conhecimento dos métodos. As adolescentes multíparas usaram com maior freqüência contraceptivos antes de ficar grávidas. CONCLUSÕES: As adolescentes mostraram ter conhecimento adequado sobre os métodos anticoncepcionais e concordaram com seu uso durante o período da adolescência. A religião, a idade e a classe socioeconômica estão relacionadas ao maior ou mais adequado conhecimento dos métodos, enquanto a multiparidade a seu maior uso. Cinqüenta e quatro por cento de adolescentes usaram algum contraceptivo na primeira relação sexual. Ocorreu um decréscimo de utilização de contraceptivos, havendo um período de tempo curto entre o início da vida sexual e a gravidez.OBJECTIVE: To

  10. Asociación entre el estado de infección por VIH y complicaciones infecciosas poscesárea electiva Association between HIV infection status and infectious complications after an elective c-section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Romina Tejada

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivos. Determinar la asociación entre VIH y complicaciones infecciosas (CI después de una cesárea electiva. Materiales y métodos. Estudio de cohortes no concurrentes; se revisaron las historias clínicas de 237 cesáreas electivas en gestantes VIH reactivas atendidas en el Instituto Nacional Materno Perinatal de Perú, realizadas entre 2004 a 2012. Estas fueron pareadas por cirujano y fecha de cesárea con 237 gestantes VIH no reactivas. Se recogieron datos sociodemográficos, clínicos, características de la cesárea y relacionados a la infección por el VIH. Las CI se evaluaron según las recomendaciones del NHI Consensus Development Task Force. Se realizó el análisis bivariado con un nivel de significación del 5% y el cálculo del Odds Ratio (OR con intervalo de confianza (IC al 95%. Se construyó un modelo de regresión logística condicional. Resultados. El 13,9% de mujeres VIH positivas presentaron CI y 9,7% del grupo control (OR: 1,5 IC95% [0,9-2,7]; las expuestas (mujeres con VIH tuvieron mayor probabilidad de tener una infección del tracto urinario (ITU que las no expuestas (ORa: 4,5 IC95% [1,4-14,5]. Se encontró asociación entre CI y el tipo de incisión (ORa: 2,3 IC95% [1,1-4,5] y el tiempo de hospitalización (6 frente a 3 días, pObjectives: To determine the connection between HIV and infectious complications (IC after an elective C-section. Materials and methods. A non-concurrent cohort study was conducted, in which the clinical records of 237 elective C-sections on HIV-positive pregnant women who gave birth at the Instituto Nacional Materno Perinatal (National Maternal Perinatal Institute between 2004 and 2012 were revised. The records were matched by surgeon and C-section date, with 237 HIV-negative pregnant women. Socio-demographic and clinical data were collected, along with characteristics of the C-section and data related to the HIV infection. IC were evaluated according to the NIH Consensus Development Task

  11. Freqüência das infecções pelo HIV-1, rubéola, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, hepatite B, hepatite C, doença de Chagas e HTLV I/II em gestantes, do Estado de Mato Grosso do Sul Frequency of HIV-1, rubella, syphilis, toxoplasmosis, cytomegalovirus, simple herpes virus, hepatitis B, hepatitis C, Chagas’ disease and HTLV I/II infection in pregnant women of State of Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Antonio Figueiró-Filho

    2007-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a freqüência das infecções por sífilis, rubéola, hepatite B, hepatite C, toxoplasmose, doença de Chagas, HTLV I/II, herpes simples, HIV-1 e citomegalovírus em gestantes e relacionar a faixa etária das pacientes com a freqüência das infecções. Estudo transversal de 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. As freqüências encontradas foram de 0,2% para infecção pelo vírus HIV-1, 0,03% para rubéola, 0,8% para sífilis, 0,4% para toxoplasmose, 0,05% para infecção aguda pelo citomegalovírus, 0,02% pelo vírus herpes simples, 0,3% para hepatite B (HBsAg, 0,1% para hepatite C, 0,1% para HTLV I/II e 0,1% para doença de Chagas. Houve associação significativa entre faixa etária e infecções por rubéola, citomegalovírus, doença de Chagas e herpes vírus. As freqüências de rubéola, sífilis, toxoplasmose, doença de Chagas e citomegalovírus nas gestantes encontram-se abaixo dos valores descritos na literatura.It was aimed to estimate the frequency of syphilis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, toxoplasmosis, Chagas’ disease, HTLV I/II, simple herpes virus, HIV-1 and cytomegalovirus in pregnant women and to evaluate the relationship between age and the frequency of the infections studied. A transversal study of 32,512 pregnant women submitted to pre-natal sreening in the period of November 2002 to October 2003. The frequency of the tried infections among the pregnant women were 0.2% of HIV-1, 0.03% of rubella, 0.8% of syphilis, 0.4% of toxoplasmosis, 0.05% of cytomegalovirus, 0.02% of simple herpes virus, 0.3% of HBsAg, 0.1% of hepatitis C, 0.1% of HTLV and 0.1% of Chagas’ disease. There was significative statistical association between age and prenatal infection of rubella, cytomegalovirus, Chagas’ disease and herpes virus. The rates of frequency of rubella, syphilis, toxoplasmosis, Chagas’ disease and cytomegalovirus in pregnant women

  12. Validação de um vídeo educativo para promoção do apego entre mãe soropositiva para HIV e seu filho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Régia Moura Barbosa

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo da pesquisa foi construir um vídeo educativo para promoção do apego entre mãe HIV positiva e seu filho. Tratou-se de um ensaio clínico randomizado. As fases do estudo foram constituídas por desenvolvimento de um roteiro, avaliação, gravação e edição do vídeo, coleta de dados, filmagem do binômio e validação. O roteiro foi avaliado por especialistas técnicos e de conteúdo. Participaram 24 gestantes HIV positivas atendidas no período (Grupo Controle=12 e Grupo Experimental=12. O vídeo foi validado com um protocolo de observação da interação mãe-bebê. As mães do grupo intervenção obtiveram resultados mais favoráveis do que o controle, mostrando a eficácia do vídeo.

  13. Associação entre o padrão de atividade física materna, ganho ponderal gestacional e peso ao nascer em uma coorte de 118 gestantes no município de Campina Grande, Nordeste do Brasil Association between maternal physical activity, gestational weight gain and birth weight in a cohort of 118 pregnant women in Campina Grande, Northeast of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jousilene de Sales Tavares

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Esta pesquisa estudou o efeito da atividade física sobre o ganho ponderal e peso ao nascer em gestantes do Programa Saúde da Família no município de Campina Grande, (PB. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de coorte abrangendo 118 gestantes, entre 2005 e 2006. A avaliação do estado nutricional inicial seguiu os critérios de Atalah e o ganho ponderal materno foi avaliado de acordo com o Institute of Medicine. Analisou-se o padrão de atividade física de acordo com o medidor de estimativa de gasto calórico total (METs e sua associação com o ganho ponderal e o peso ao nascer. RESULTADOS: o padrão de atividade física predominante na 16ª semana foi o leve, alcançando 85,6% das gestantes. Observou-se uma redução importante do nível de atividade física com a evolução da gestação, com 98,3% das gestantes sendo consideradas sedentárias na 24ª semana e 100% na 32ª semana. No momento da captação, cerca de 50% das gestantes eram eutróficas, 23% com baixo peso e as demais com sobrepeso/obesidade. No segundo e no terceiro trimestres, aproximadamente 45% das gestantes ganharam peso excessivo. A distribuição do peso ao nascer mostrou um predomínio do peso adequado (85,6%, e uma alta prevalência de macrossomia (8,5%. Dentre os desfechos avaliados, foi observada associação apenas entre os valores de METs da 24ª.semana e o ganho ponderal materno no segundo trimestre gestacional (p=0,045. CONCLUSÃO: Todas as gestantes estavam sedentárias no terceiro trimestre; observou-se uma associação entre o padrão de atividade física e o ganho ponderal materno no segundo trimestre, mas não houve associação deste padrão com o peso ao nascer.OBJECTIVE: This survey evaluated the effects of physical activity on gestational weight gain and birth weight of pregnant women attended by the Family Health Program in Campina Grande, Northeast of Brazil. METHODS: A cohort study enrolling 118 pregnant women was conducted between 2005 and

  14. Relação entre a Classificação Clínica de White e a Histopatologia das Placentas de Gestantes Diabéticas The Relationship between White's Classification and the Histopathological Changes in the Placentas of Diabetic Pregnant Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema de Mattos Paranhos Calderon

    2000-08-01

    Full Text Available Objetivo: analisar a relação entre a classificação clínica de White e as alterações histopatológicas de placentas de gestantes diabéticas, comparando, de forma qualitativa, as alterações histopatológicas de placentas de gestantes não-diabéticas e diabéticas gestacionais (classes A e A/B, clínicas de curta duração (classes B e C e clínicas com vasculopatia (classes D a FRH, no termo e no pré-termo, e de acordo com a qualidade do controle glicêmico na gestação. Pacientes e Métodos: foram colhidas amostras de placentas de todas as gestantes diabéticas, atendidas entre 1991 e 1996 na Maternidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, coradas pela técnica de hematoxilina-eosina e submetidas a exame histopatológico. A qualidade do controle glicêmico foi analisada pela média glicêmica da gestação e classificada em adequada e inadequada, com limite de 120 mg/dl. A idade da gestação foi individualizada em termo e pré-termo. Resultados: observou-se que 42 recém-nascidos (43,3% eram de termo e o restante, de pré-termo (56,7%. O índice de prematuridade foi maior nas diabéticas clínicas (classes B e C; D a FRH. Algumas alterações histopatológicas só foram encontradas em placentas de gestantes diabéticas: degeneração cistóide, edema corial, edema da íntima, dismaturidade, hiperplasia das células de Hofbauer, vilite, células fantasmas, dois vasos no cordão umbilical e endarterite. Conclusões: as alterações histopatológicas de placentas de gestantes com diabete gestacional (classes A e A/B, clínico de curta duração (classes B e C e clínico com vasculopatia (classes D a FRH foram semelhantes às das não-diabéticas e, portanto, independeram da classificação clínica de White. As alterações histopatológicas de placentas de gestantes diabéticas não se relacionaram com a idade gestacional ao nascimento e com a qualidade do controle glicêmico materno. A comparação entre

  15. Relação entre estado nutricional da gestante, fumo durante a gravidez, crescimento fetal e no primeiro ano de vida Relationship between maternal nutritional status, smoking during pregnancy and growth of fetus and of child during first year of life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1986-12-01

    Full Text Available Estudou-se a relação entre estado nutricional e hábito de fumar maternos, peso do recém-nascido ao nascer e crescimento no primeiro ano de vida num grupo de 1.066 gestantes de baixo nível sócio-econômico. Os filhos de mulheres fumantes apresentaram pesos significativamente menores que os filhos de não-fumantes, quer fossem suas mães, normais ou obesas. Também foi possível verificar que filhos de mulheres desnutridas pesaram significativamente menos que filhos de mulheres normais e estes que os de obesas. O prejuízo no peso dos filhos de mulheres fumantes manteve-se apenas até os 3 meses de idade, ao passo que até os 9 meses os filhos de mulheres desnutridas pesaram significativamente menos que as demais crianças, mostrando que, mesmo em gestantes de baixa renda, o efeito do fumo sobre o crescimento se restringe ao ambiente intra-uterino. Já o efeito da desnutrição materna é mais duradouro nessa população. Verificou-se que houve uma associação negativa entre estado nutricional e hábito de fumar maternos, sugerindo que, ao menos em parte, o efeito do tabagismo materno sobre o concepto pode ser intermediado pelo estado nutricional.The relationship between maternal nutritional state, maternal cigarette smoking habits, weight of infants at birth and their growth in the first year of life, in a group of 1,066 pregnant women (and their children of low socio-economic status was studied. Babies born to smoking mothers weighed significantly less than those born to non-smoking mothers, whether these were normal or even obese women. It was also observed that children born to undernourished mothers weighed significantly less than those born to normal or obese women. Children born to smoking mothers weighed less than the others up to the 3rd month of life only; children born to undernourished women weighed significantly less than the others up to the 9th month of life. Thus, even among pregnant women of low socio-economic status, the

  16. A relação interpessoal entre profissionais de saúde e adolescente gestante: distanciamentos e aproximações de uma prática integral e humanizada Interpersonal relations between health professional and pregnant adolescents: distances and approaches of integral and humanized care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Maria Antonieta de Souza Santos

    2012-03-01

    Full Text Available Este estudo apresenta uma análise sobre as relações entre profissionais de saúde e adolescentes gestantes nos espaços do programa de pré-natal de uma maternidade pública do município do Rio de Janeiro. Trata-se de investigação de cunho qualitativo apoiada na vertente interpretativa, tendo como referencial teórico a integralidade e a humanização do cuidado em suas dimensões relacionais. Com base em duas temáticas previamente definidas - interação entre os sujeitos e dimensão educativa das práticas em saúde - foram observados 22 atendimentos individuais e em grupo, com a participação de 31 adolescentes gestantes, 5 profissionais de saúde e 2 estagiárias de nutrição. A interpretação dos dados, orientada pela análise de conteúdo fez emergir cinco categorias. Os resultados apontam a interferência negativa da predominância da dimensão biomédica na percepção dos profissionais de saúde sobre os aspectos psicossocioculturais da gestação na adolescência. Foi observado o não aproveitamento da consulta como espaço privilegiado de construção de significados coletivos e individuais sobre a gestação e a maternidade na adolescência, mas há no contexto estudado profissionais sensibilizados para uma ampliação da visão sobre as necessidades da adolescente gestante.This study presents an analysis of relations between health professionals and pregnant adolescents in the installations of the prenatal care program of a public hospital in Rio de Janeiro. It involves qualitative research based on an interpretive approach, with comprehensiveness and humanization of care in relationship dimensions as a theoretical benchmark. Based on two predefined themes - the interaction between subjects and educational dimension of health practices - 22 individual and group care sessions were observed, with the participation of 31 pregnant adolescents, 5 professionals and 2 nutrition interns. The interpretation of the data using

  17. Prevalência do uso de drogas de abuso por gestantes

    OpenAIRE

    Kassada,Danielle Satie; Marcon,Sonia Silva; Pagliarini,Maria Angélica; Rossi,Robson Marcelo

    2013-01-01

    OBJETIVO: Determinar a prevalência do uso de drogas de abuso por gestantes. MÉTODO: Estudo transversal que incluiu 394 gestantes usuárias de serviço de atenção primária. A variável dependente foi o uso de drogas de abuso durante a gestação e as variáveis independentes foram: socioeconômicas e obstétricas. RESULTADOS: A prevalência do uso de drogas ilícitas entre gestantes foi de 18,28%. A regressão logística multivariada indicou como variáveis significativas: anos de estudo, participação em g...

  18. Padrão de atividade física entre gestantes atendidas pela estratégia saúde da família de Campina Grande - PB Physical activity patterns in pregnant women attending the family health program of Campina Grande - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jousilene de Sales Tavares

    2009-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A atividade física realizada durante a gestação vem sendo discutida devido aos seus efeitos benéficos tanto para a saúde materna como para o crescimento fetal e desfechos gestacionais, porém ainda são escassos estudos sobre o padrão de atividade física neste período. OBJETIVO: Avaliar o padrão de atividade física entre gestantes atendidas pela estratégia Saúde da Família (ESF do município de Campina Grande/PB. MÉTODOS:Foi acompanhada uma coorte observacional de gestantes (n=118, a partir da 16ª semana gestacional, durante os anos de 2005 a 2006. A cada quatro semanas eram aferidas as condições clínicas, socioeconômicas e obstétricas, incluindo a aplicação de um questionário específico sobre atividade física na 16ª, 24ª e 32ª semanas gestacionais. A avaliação foi feita a partir da somatória do equivalente metabólico (METs e as atividades cotidianas foram divididas em quatro grupos: atividades laboral, doméstica e caminhada, além de inatividade. As gestantes foram classificadas de acordo com o padrão de atividade física realizado em: sedentárias, praticantes de atividades física leve, moderada e vigorosa. Os dados foram analisados no programa Epi Info 3.4.1. RESULTADOS: As características socioeconômicas da coorte estudada indicaram majoritariamente gestantes de baixo poder aquisitivo, baixa escolaridade e baixo percentual de mulheres economicamente ativas. O padrão de atividade física observado foi baixo desde o primeiro trimestre gestacional, oscilando entre o leve e o sedentário, e foi diminuindo com o evoluir da gravidez, com 100% das gestantes alcançando o padrão sedentário na 32ª semana. Em relação aos grupos de atividades, observou-se um predomínio de atividades domésticas, seguidas pelas atividades de lazer. CONCLUSÃO:Na coorte estudada verificou-se um padrão de atividade física inadequado desde o início da gestação, agravando-se no terceiro trimestre gestacional

  19. Vinculação da gestante e apego materno fetal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eluisa Bordin Schmidt

    2009-08-01

    Full Text Available Este trabalho verificou as relações existentes entre o tipo de vinculação da gestante, sintomas de ansiedade, depressão e nível de apego materno fetal. Participaram 136 gestantes entre 18 e 42 anos de idade, do 6º ao 9º mês de gestação com escolaridade mínima de 5ª série. Foi realizado um estudo quantitativo, transversal, correlacional. Os instrumentos utilizados foram: Ficha de Dados Sociodemográficos, Escala de Vinculação do Adulto (EVA, Escala de Apego Materno Fetal (MFAS, Inventário de Depressão de Beck (BDI e Inventário de Ansiedade de Beck (BAI. A análise dos dados foi realizada por meio de estatística descritiva, teste exato de Fischer, simulações de Monte Carlo e Correlação de Pearson. Os resultados indicaram que existe associação significativa entre o tipo de vinculação da gestante e o apego materno fetal, e sintomas depressivos. As gestantes que apresentaram uma vinculação segura evidenciaram apego materno fetal alto e sintomas depressivos e ansiosos mínimos.

  20. Atividade fisica em gestantes assistidas na atencao primaria a saude

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar o padrão de atividade física de gestantes de baixo risco e os fatores associados. MÉTODOS Estudo transversal com 256 gestantes adultas no segundo trimestre gestacional, sorteadas dentre as assistidas pelas unidades de atenção primária à saúde do município de Botucatu, SP, em 2010. As atividades físicas foram investigadas por meio do “pregnancy physical activity questionnaire”, verificando-se tempo e intensidade de atividades ocupacionais, de deslocamento, domésticas e de lazer, expressos em equivalentes metabólicos dia. As gestantes foram classificadas segundo nível de atividade e em relação a atingir 150 min/semana de atividades físicas de lazer, variáveis dependentes do estudo. A associação entre essas variáveis e as socioeconômicas, características maternas, fatores comportamentais e modelo de atenção da unidade de saúde foi avaliada mediante modelos de regressão de Poisson com variância robusta, adotando-se modelo hierárquico. RESULTADOS A maior parte das gestantes era insuficientemente ativa (77,7%, 12,5% moderadamente ativa e 9,8% vigorosamente ativa. Os maiores gastos diários de energia foram com atividades domésticas, seguidas pelas atividades de locomoção; 10,2% atingiram a recomendação de 150 min semanais de atividades físicas de lazer. Trabalho fora de casa reduziu a chance de atingir essa recomendação (RP = 0,39, IC95% 0,16;0,93. Ter tido pelo menos um parto anterior (RP = 0,87, IC95% 0,77;0,99 e excesso ponderal pré-gestacional (RP = 0,85, IC95% 0,731;0,99 reduziram a chance de ser insuficientemente ativa, enquanto consumir menos alimentos saudáveis teve aumento discreto (RP = 1,18, IC95% 1,02;1,36. CONCLUSÕES Gestantes assistidas na atenção primária à saúde são insuficientemente ativas. Ter tido pelo menos um parto e apresentar sobrepeso pré-gestacional foram identificados como fatores protetores contra tal situação, enquanto consumo menos frequente de alimentos

  1. Polimorfismo del gen de la catecol-O-metiltransferasa (COMT) en gestantes con restricción del crecimiento intrauterino (RCIU)

    OpenAIRE

    Pacheco, José; Huerta, Doris; Acosta, Oscar; Cabrera, Santiago

    2013-01-01

    Objetivos: Establecer la asociación entre el polimorfismo Vall58Met catecol-O-metiltransferasa (COMT) y la RCIU. Diseño: Estudio relacional, observacional, tipo caso-control. Institución: Facultad de Medicina, UNMSM. Participantes: Gestantes sin y con RCIU. Intervenciones: Se obtuvo 81 muestras de sangre para genotipaje del gen COMT; 55 (67,9%) correspondieron a gestantes sin RCIU (controles) y 26 (32,1%) a madres de hijos con RCIU. Las gestantes firmaron consentimiento informado. Principales...

  2. Consumo de frutas, verduras e legumes por gestantes adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônia Caroline Diniz Brito

    2016-11-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar o estado nutricional e os fatores associados ao consumo alimentar de frutas, verduras e legumes por gestantes adolescentes atendidas em um serviço público de referência para assistência pré-natal. Métodos: Estudo transversal e analítico, com 73 gestantes adolescentes de 10 a 19 anos, atendidas no Núcleo de Assistência ao Adolescente (NASA do Hospital Materno Infantil, em São Luís, Maranhão. Utilizou-se o Questionário de Frequência de Consumo Alimentar (QFCA, medidas antropométricas (peso, altura, índice de massa corporal - IMC - pré-gravídico e gravídico e questionário socioeconômico. As variáveis dependentes foram o consumo de frutas, verduras e legumes, e as independentes foram escolaridade, estado civil, raça, renda, situação demográfica, dados gestacionais e antropométricos. Resultados: Observou-se que 39,7% apresentaram IMC pré-gestacional de desnutrição, 50,7% de eutrofia, e menos de 10% sobrepeso ou obesidade. Para o IMC gestacional, os valores se alteraram, com 27,4% das gestantes desnutridas, 57,5% eutróficas e 15,1% com sobrepeso. Observou-se que os maiores percentuais de adequação para o consumo de frutas, verduras e legumes foram em adolescentes casadas ou em união estável (65,4%, que não trabalhavam (92,3% e com renda familiar menor que 1 salário mínimo (84,62%. Entretanto, a única associação positiva encontrada com o consumo de frutas, verduras e legumes foi o início do pré-natal. Conclusão: A maior parte das gestantes avaliadas apresentou-se eutrófica, apesar de cerca de um quarto apresentar baixo peso durante a gestação. Além disso, elas não consumiam uma dieta balanceada, com uma ingestão abaixo do recomendado de FVL. Entre os fatores relacionados a um melhor consumo de FVL destaca-se o início do acompanhamento pré-natal no primeiro trimestre.

  3. Uso de medicamentos por gestantes em seis cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mengue Sotero S

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os medicamentos utilizados por gestantes que fizeram o pré-natal em serviços do SUS (Sistema Único de Saúde em cidades brasileiras. MÉTODOS: Utilizando-se um questionário estruturado, foram entrevistadas 5.564 gestantes entre a 21ª e a 28ª semanas de gravidez, que se apresentaram para consulta em serviço de pré-natal do SUS em seis grandes cidades brasileiras. As perguntas foram agrupadas em "uso orientado" para dor, cólica, enjôo, tosse e outros e em "medicamento orientado" para vitamina, ferro e flúor. Foi adotada a classificação de risco do FDA (Food and Drug Administration, entre 1991 e 1995. RESULTADOS: Do total de 5.564, 4.614 (83,8% das gestantes usaram pelo menos um medicamento durante a gestação, somando 9.556 medicamentos. Os medicamentos mais utilizados foram as vitaminas associadas a antianêmicos (33,5%, os medicamentos que atuam sobre o aparelho digestivo (31,3%, os analgésicos/antiinflamatórios (22,2%, os antianêmicos (19,8% e os antimicrobianos (11,1%. Quanto à classificação de risco para a gestação, 3.243 (34,0% foram incluídos na categoria A, 1.923 (22,6% na categoria B, 3.798 (39,7% na categoria C, 289 (3,0% na categoria D e 55 (0,6% na categoria X. CONCLUSÕES: Foram observadas grandes variações quanto ao uso de medicamentos, principalmente antianêmicos e vitaminas associadas a antianêmicos, entre as várias cidades estudadas, mostrando a ausência de um padrão nacional quanto ao uso desses medicamentos na gestação. Para uma proporção de 12,9% dos medicamentos utilizados, não foi localizada qualquer informação na literatura sobre a segurança para o uso durante a gestação. Essa proporção, somada aos 26,9% dos medicamentos classificados no grupo "C", mostra que 40% do uso de medicamentos na gestação são feitos sem bases definidas de segurança. Entretanto, medicamentos claramente contra-indicados durante a gestação corresponderam a apenas 3% dos 9

  4. Significado de las prácticas de cuidado cultural en gestantes adolescentes de Barranquilla (Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maribel Muñoz-Henríquez

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo:describir el significado de las prácticas de cuidado cultural en un grupo de gestantes adolescentes asistentes al controlprenatal del Hospital Niño Jesús de Barranquilla, Colombia, y de su hijo por nacer.Método:estudio cualitativo etnográfico, en el que seaplicó el concepto propuesto por Leininger. Las participantes fueron: 10 gestantes adolescentes entre 15 y 19 años, y 12 enfermeras conexperiencia en el área. Las primeras como informantes clave, y las segundas como informantes generales.Resultados:el significadode las prácticas de cuidado cultural, para las gestantes adolescentes, se clasifica en tres temas: 1 prácticas de cuidado transmitidas degeneración en generación, predominando la línea femenina; 2 la confianza en Dios y el apoyo de la familia como una forma de cuidarse;3 dar a luz un hijo sano.Conclusiones:las prácticas de cuidado de las gestantes adolecentes están enraizadas en sus creencias, mitosy valores culturales heredados de generación en generación, lo que muestra patrones de cuidado cultural. Este aspecto debe ser identifi-cado por enfermería para ofrecer cuidados que sean culturalmente congruentes con esta población.

  5. Comparación de las prácticas de cuidado en dos grupos de gestantes en la ciudad de Sincelejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUZ MARINA GARCÍA GARCÍA

    2008-07-01

    Full Text Available Para comparar las prácticas de cuidado que realizan consigo mismas y con su hijo por nacer un grupo de gestantes adolescentes y otro grupo de gestantes adultas que asisten a control prenatal en Sincelejo, durante los meses de julio y septiembre de 2006, se desarrolló un estudio descriptivo, cuantitativo y transversal, con una muestra de 97 gestantes adolescentes entre 15 y 19 años y de 153 gestantes adultas entre 20 y 45 años, sin patologías asociadas, a quienes se les aplicó un instrumento sobre prácticas de cuidado, validado por la Universidad Nacional de Colombia, sede Bogotá. Estas prácticas se clasificaron en buenas, regulares y malas, en los dos grupos, para establecer la comparación cuantitativa de las mismas. Los principales resultados fueron: diferencias estadísticamente significativas en las dimensiones de estimulación prenatal, higiene y cuidados personales, alimentación y sustancias no beneficiosas; en estas cuatro dimensiones el resultado de buenas prácticas fue más favorable para las gestantes adultas; no se encontró diferencia significativa en las dimensiones de ejercicio y descanso, y sistemas de apoyo. La mayoría de las gestantes adultas (81,7% realizaban actividades domésticas que les producían cansancio; 23,53% no desarrollaban actividades recreativas; 25,77% de las gestantes adolescentes y 41,18% de las gestantes adultas consumían lácteos. 19,59% de las gestantes adolescentes y 6,54% de las adultas no evitaban el consumo de licor y 4,12% de las gestantes adolescentesy0,65% de lasgestantes adultas habían consumido sustancias psicoactivas. Tanto adolescentes (68,04% como adultas (52,29% realizaban prácticas de estimulación prenatal catalogadas como regulares. Solo 31,37% de las gestantes adultas y 21,65% de las gestantes adolescentes tenían prácticas adecuadas de estimulación prenatal.

  6. Fatores associados ao baixo conhecimento sobre HIV/AIDS entre homens que fazem sexo com homens no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Regina de Freitas Magalhães Gomes

    2017-10-01

    Full Text Available Este estudo transversal analisou os fatores de vulnerabilidade social, individual e programática associados ao baixo conhecimento em HIV/AIDS entre homens que fazem sexo com homens (HSH. A técnica amostral Respondent Driven Sampling (RDS foi utilizada em dez cidades brasileiras. Os escores de conhecimento em HIV/AIDS foram estimados pela Teoria de Resposta ao Item e categorizados em três níveis: alto, médio e baixo conhecimento. O modelo de regressão logística ordinal foi utilizado para a análise. Dentre os 3.746 HSH, encontrou-se 36,6%, 37,4% e 26% com alto, médio e baixo conhecimento, respectivamente. No modelo final, apresentaram associação com o baixo conhecimento: escolaridade ≤ 8 anos, cor da pele não branca, critério de classe econômica C e D-E, idade < 25 anos, ter somente um parceiro sexual e nunca ter feito o teste anti-HIV. É fundamental melhorar o nível de conhecimento sobre HIV/AIDS entre os jovens HSH, com condições socioeconômicas desfavoráveis. Intervenções focadas nos fatores de vulnerabilidade programática podem contribuir para a redução dos fatores individual e social.

  7. Concordância entre informações do Cartão da Gestante e da memória materna sobre assistência pré-natal Agreement between information from the Pregnant Card and the mother's memory of antenatal care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Theodoro dos Santos Neto

    2012-02-01

    Full Text Available Este estudo seccional objetivou verificar a concordância entre as informações prestadas por puérperas e as registradas nos cartões das gestantes sobre assistência pré-natal no Sistema Único de Saúde da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil. Considerou-se uma população de estudo de 1.035 puérperas, entrevistadas em oito maternidades, onde os cartões foram copiados. A representatividade da amostra foi garantida pela estratificação segundo a proporção de nascidos vivos. Informações foram coletadas, processadas e submetidas aos testes de kappa e McNemar. Os níveis de concordância sobre assistência pré-natal foram predominantemente ruins (kappa This cross-sectional study aimed to verify agreement between information given by mothers after delivery and data recorded on Pregnant Cards about antenatal care under the Brazilian Unified National Health System in the Metropolitan Region of Vitória, Espírito Santo State, Brazil. The study considered a population of 1,035 postpartum mothers interviewed in eight hospitals, where the cards were copied. The representativeness of the sample was guaranteedby stratification according to the proportion of births. Kappa and McNemar tests were carried out with the collected and processed information. Agreement levels regarding antenatal care were predominantly poor (kappa < 0.20. Mothers tend to: overestimate the number of antenatal visits (McNemar = 51.73; p-value = 0.001; affirm diseases during pregnancy, such as diabetes, anemia, hypertension and urinary infections; report the performance of laboratory tests; report the carrying out of clinical examinations. Results suggest the need to reflect on the type of data used for planning and implementing maternal and child public health polices, since data varies depending on the information source.

  8. Metanálise da relação entre espessura de toicinho e variáveis corporais e reprodutivas de porcas gestantes e lactantes Meta-analysis of relation among backfat thickness, body and reproductive variables of gestating and lactating sows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Rigon Rossi

    2008-02-01

    Full Text Available Um estudo de metanálise avaliou a relação entre a espessura de toicinho e as variáveis de condição corporal de porcas gestantes e lactantes. A base de dados contemplou 14 artigos publicados de 2000 a 2006 em revistas indexadas. A metanálise foi realizada através de análises gráfica, de correlação e de variância. A correlação da espessura de toicinho (ET com o peso vivo foi de 0,16 (PA meta-analysis was carried out to evaluate the association between backfat thickness and sow body condition in gestation and lactation. The database assembled 14 publications from 2000 to 2006. The meta-analysis was accomplished by graphical analysis, correlation, and analysis of variance. The correlation between backfat thickness (BT and body weight was 0.16 (P<0.01, with protein mass was 0.48 (P<0.01 and leptin concentration was 0.88 (P<0.01. The correlation between the backfat variation during and in lactation (VBTl and body weight was -0.21 (P<0.01, with body weight variation in lactation was 0.34 (P<0.01 and with fat mass variation in lactation was 0.70 (P<0.01. The correlation between BT and born alive litter size was 0.46 (P<0.01, between VBTl and piglets body weight at seven days of age was 0.95 (P<0.01. In the gestation, the BD was influenced by the body weight and protein mass. However, in lactation the VBTl was influenced by the body weight variation and fat mass. The leptin concentration at farrowing was positively correlated with backfat depth. The BT was influenced by born alive litter size and piglets birth weight. The VBTl was influenced by piglets weight at seven days old and litter weight gain. In conclusion, there is a significant relation between backfat thickness and body variables of the sows in gestation and lactation.

  9. Fontes cotidianas de estresse entre mulheres portadoras de HIV Daily sources of stress among HIV-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Gaspar Tunala

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Categorizar e descrever as fontes de estresse cotidianas de mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Foram realizadas entrevistas individuais, por meio de um questionário semi-estruturado, com uma amostra consecutiva de 150 mulheres portadoras do HIV, de julho a dezembro de 1997, no Centro de Referência e Tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (CRT DST/Aids (Secretaria de Estado da Saúde, SP. As variáveis investigadas foram: dados demográficos, estrutura familiar, percepção de risco, sexualidade, acesso ao sistema de saúde, adesão ao tratamento, uso de álcool e drogas, evento significativo e evento estressante, sendo este o foco de discussão do artigo. RESULTADOS: Apenas 14% dos eventos estressantes são diretamente resultados do tratamento ou do adoecimento. Os relatos das fontes de estresse foram distribuídos nos seguintes assuntos: familiares (17%; relacionamento com o parceiro (12%; filhos (14%; enfermidade (14%; relacionamento com outras pessoas (9%; problemas financeiros (8% e profissionais (7%; vivências de discriminação (7%; outros (4%; e não responderam (8%. CONCLUSÕES: As fontes de estresse apresentam principalmente um conteúdo afetivo-relacional, derivadas muitas vezes do estigma associado ao HIV e, na maioria das vezes, a temas comuns a todas as mulheres. Os profissionais de saúde deveriam oferecer cuidado integral às mulheres portadoras do HIV.OBJECTIVE: To categorize and describe the daily sources of stress encountered by HIV-infected women. METHODS: Using a semi-structured questionnaire, 150 interviews were conducted among HIV-infected women who attended the Reference and Treatment Center for Sexually Transmitted Diseases and Aids in the state of São Paulo, Brazil, between July and December 1997. The studied variables were: demographics, family structure, risk perception, sexuality, access to health system, treatment compliance, drug use, and

  10. Consumo de cafeína entre gestantes e a prevalência do baixo peso ao nascer e da prematuridade: uma revisão sistemática Caffeine consumption during pregnancy and prevalence of low birth weight and prematurity: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Helena de Resende Nóra Pacheco

    2007-12-01

    Full Text Available Realizou-se revisão sistemática sobre o consumo de cafeína em gestantes na ocorrência de baixo peso ao nascer e prematuridade, enfocando métodos para quantificação deste consumo e confundimentos controlados na análise. A revisão consistiu na busca de artigos publicados de 1996 a 2006 nas bases MEDLINE, LILACS e PubMed, utilizando-se as palavras-chave: "caffeine", "coffee", "low birth weight", "birth weight", "preterm", "premature" e "prematurity". Dez artigos foram selecionados. Os métodos utilizados para quantificar o consumo de cafeína foram: questionário de freqüência alimentar semiquantitativo - da dieta ou apenas de produtos cafeinados, sendo um do tipo auto-aplicado; recordatório alimentar; perguntas sobre tipo e modo de preparo; análise de amostras; e dosagens urinária e plasmática. Em três estudos revisados, o consumo elevado de cafeína associou-se com baixo peso ao nascer e/ou prematuridade. Contradições nos achados devem-se a dificuldades na mensuração do consumo de cafeína; às fontes abordadas; a variações no preparo e na quantidade consumida; e ao tamanho amostral. Não foi demonstrada associação entre ingestão moderada de cafeína e crescimento fetal, sendo necessária uma avaliação mais precisa do consumo dessa substância.This article reports on a systematic review of studies on caffeine intake during pregnancy and prevalence of low birth weight and prematurity, focusing on methods to quantify intake and control for confounding. The review consisted of an article search from 1996 to 2006 in MEDLINE, LILACS, and PubMed, using the key words: "caffeine", "coffee", "low birth weight", "birth weight", "preterm", "premature", and "prematurity". Ten articles were selected. Methods used to quantify caffeine consumption were: semi-quantitative food frequency questionnaires for diet or only caffeinated products, including one self-applied questionnaire; food recall; questions on type and method of

  11. Incidencia de anemia ferropénica y factores asociados en las gestantes del distrito de Rapayan, Ancash, Perú: Periodo mayo 2010 - marzo 2011

    OpenAIRE

    Vite Gutiérrez, Flor Yessenia

    2011-01-01

    Objetivo: Conocer la incidencia de anemia ferropénica y factores asociados en la gestación en el distrito de Rapayan, Ancash, Perú. Material y método: estudio prospectivo, analítico y longitudinal en 39 gestantes del distrito de Rapayán, provincia de Huari, departamento de Ancash, Perú durante el periodo comprendido entre mayo 2010 y marzo del 2011. Se procedió a tomar muestras de sangre del total de la muestra n= 39 gestantes, durante los tres trimestres con el fin de controlar los niveles d...

  12. Prevalencia de anemia en gestantes en un área de salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianela de la C Prendes Labrada

    2000-02-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo de corte transversal en el período comprendido entre enero y septiembre de 1998 en el área del Policlínico Santos Suárez con el objetivo de determinar la prevalencia de la anemia en gestantes, su relación con la edad, el estado nutricional materno y el peso al nacer. La muestra estuvo constituida por las 209 gestantes que se captaron en este período. Se realizó revisión de las historias clínicas obstétricas y los datos se recogieron en planilla confeccionada al efecto, se utilizó el cálculo porcentual para su procesamiento. La prevalencia de la anemia en las embarazadas estudiadas fue del 64,59 %, el 83,74 % tenían entre 20 y 35 años. Las gestantes con valoración ponderal inicial (V.P.I. peso bajo I-II-III-IV y peso adecuado desarrollaron anemia con mayor frecuencia. Predominó la hemoglobina entre 109-100 g/l en los 3 trimestres de la gestación independientemente de la V.P.I. La mayoría de las gestantes anémicas (80,74 % se trataron con tabletas prenatales solamente y aportaron recién nacidos con un peso menor de 3 000 gA descriptive cross-sectional study was conducted between January and September, 1998, in the area of the "Santos Suárez" Polyclinic in order to determine the prevalence of anemia in pregnant women, its relatioship with age, maternal nutritional state and birth weight. The sample was composed of 209 pregnant women that were caught in this period. The obstetric medical histories were reviewed and the data were collected in forms created to this end. The percentage calculstion was used for their processing. The prevalence of anemia among the studied expectants was of 64. 59 %. 83.74 % were between 20 and 35 years old. Those pregnant women with initial weighted assessment (IWA considered as low weight I-II-III-IV an adequate weight developed anemia with higher frequency. Haemoglobine from 109 to 100 g/L predominated during the 3 trimesters of pregnancy independently of I

  13. La alimentación de la gestante adolescente: el cambio favorable

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ISABEL RODRÍGUEZ HERNÁNDEZ

    2010-06-01

    Full Text Available El presente estudio de tipo cualitativo y etnográfico de pequeño alcance, tiene como objetivo describir el significado del cuidado de sí de un grupo de gestantes adolescentes y su hijo por nacer, con relación a la alimentación, a partir de sus prácticas, creencias y valores culturales, quienes asistieron a control prenatal a la Unidad de Atención Primaria (UPA de Candelaria la Nueva, Hospital Vista Hermosa, Ciudad Bolívar, Localidad 19 de Bogotá, en 2007. La información fue aportada por ocho adolescentes primigestantes de entre 17 y 19 años de edad, que estaban entre el cuarto y séptimo meses de gestación, sin patologías asociadas, que asistieron al primer control prenatal, seleccionadas intencionalmente y que estuvieron dispuestas a participar de la investigación (previo consentimiento informado. La recolección de datos se realizó a través de la entrevista etnográfica no estructurada; se obtuvo como resultado el significado del cuidado en las gestantes adolescentes y se aportaron tres grandes beneficios positivos del cuidado de la alimentación materna: cambio de hábito alimentario, alimentarse para proteger la salud del bebé y para que nazca sano, y alimentarse para proteger la salud de la madre adolescente. Dichos resultados, conjugados en el escenario cultural de las gestantes adolescentes, permiten explorar y conocer cómo se cuidan ellas a través de las prácticas soportadas en el saber como conocimiento y razón, y el uso como los artefactos que utiliza.

  14. Opções contraceptivas entre mulheres vivendo com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Vasconcelos Batista de

    2004-01-01

    Full Text Available New possibilities for treatment and control of AIDS have reinforced hope for life among patients, in that these circumstances have influenced choices related to family planning. This study of qualitative nature sought to investigate the contraceptive choices used by women carrying HIV or AIDS, as well as their difficulty in using such methods. The subjects studied were 31 HIV-positive women being treated at a public hospital in Fortaleza-CE, in 2003. Of those interviewed, 20 (64% reported being in sexual activity. Of these, 17 (85% informed use of some kind of contraception, such as: male condom (regular and irregular use, coitus interruptus, female sterilization, the rhythm method and abstinence from sex. Two women did not refer to contraceptive measures. The difficulties indicated by women were lack of knowledge of bodily anatomy, lack of safety and confidence in methods, their own difficulty in accepting the method and difficulty in negotiation method with partners.

  15. Sem Direito de Amar?: A Vontade de Ter Filhos Entre Homens (e Mulheres Vivendo Com o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Paiva

    2002-01-01

    Full Text Available Desafios permanecem na prevenção e cuidado da aids. Nesse artigo apresentamos resultados de pesquisa com 250 homens portadores do HIV que fazem sexo com mulheres, sobre o cuidado à sua saúde reprodutiva em centros de referência de aids e comparamos com estudos entre mulheres portadoras. 43% dos homens e até 20 % das mulheres entrevistadas querem ter filhos, principalmente os que não têm filhos. 85% dos homens mantém atividade sexual e é baixo o nível de informação sobre reprodução na condição de portadores. Apesar das conquistas que permitem a paternidade sem infecção da parceira e da criança, os resultados indicam pouco acolhimento, mesmo nos centros de excelência pesquisados. Sugerimos como temas centrais no treinamento de profissionais e na organização de programas: a obrigatoriedade ética e constitucional de promoção dos direitos reprodutivos, desafiar o estigma anti-família associado às pessoas vivendo com HIV e às noções essencialistas que naturalizam as definições sobre a família e os gêneros.

  16. Comorbidades entre dependência química, distimia, HIV e HCV: relato de caso Comorbidity between addiction, dysthymia, HIV and HCV: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Fabiane Machado Gomes Marsden

    2009-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A comorbidade entre dependência química e doenças infectocontagiosas é bem conhecida, assim como a relação entre transtornos de humor e uso de substâncias. Entretanto, o transtorno distímico nestes pacientes recebe pouca atenção. Em parte, isso se justifica porque a realização do diagnóstico de distimia é mais difícil do que de outros transtornos do humor em razão do tempo de abstinência (2 anos necessário para o diagnóstico, tendo em vista que toxicodependentes apresentam diversas recaídas durante o curso de suas vidas. As infecções pelos vírus HIV e HCV, frequentemente associadas ao consumo injetável de substâncias, contribuem para alterações do estado mental e o próprio tratamento pode causar diversas flutuações no humor. RELATO DE CASO: O paciente é um homem de 40 anos de idade que apresenta comorbidade entre dependência química (heroína e álcool e distimia, complicada por recaídas, consumo injetável e status sorológico positivo aos vírus HIV-1 e HCV. CONCLUSÃO: Pacientes dependentes químicos com comorbidades psiquiátricas e infectocontagiosas são desafiadores no que tange diagnóstico, tratamento e definição de abordagens terapêuticas para os diferentes problemas apresentados. Investigar e abordar adequadamente, entretanto, traz diversos benefícios na qualidade de vida do indivíduo afetado, assim como potenciais benefícios financeiros.BACKGROUND: Comorbidity between chemical dependence and infectious diseases is well known, as is the relationship between mood disorders and substance misuse. Nevertheless, dysthymia in these patients is not well explored. That is partly justified since the diagnoses of dysthymia is more difficult than other mood disorders due to the abstinence time (2 years required for the diagnoses, and since addiction patients present several relapses during the course of their lifetimes. HIV and HCV infections, frequently associated to intravenous (IV drug use

  17. Fibroma de ovario en una gestante joven

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Lazo Pérez

    2015-02-01

    Full Text Available Se presenta el caso clínico de una gestante de 24 años de edad, quien acudió al Cuerpo de Guardia del Hospital Provincial Ginecoobstétrico Docente "Mariana Grajales Coello" de Santiago de Cuba, por presentar dolor en la parte baja del vientre, además de náuseas y estreñimiento. Se consideró el diagnóstico de fibroma de ovario, que fue definitivo luego de intervenirle quirúrgicamente y realizar el estudio anatomopatológico. Posteriormente se mantuvo el seguimiento clínico en consulta externa; la paciente evolucionó favorablemente y mantuvo su embarazo hasta tener a su hijo -- un recién nacido sano y a término -- a través de parto eutócico

  18. Diferenças entre adolescentes do sexo feminino e masculino na vulnerabilidade individual ao HIV

    OpenAIRE

    Anjos, Renata Holanda Dutra dos; Silva, José Augusto de Souza; Val, Luciane Ferreira do; Rincon, Laura Alarcon; Nichiata, Lucia Yasuko Izumi

    2012-01-01

    O objetivo deste estudo foi analisar comparativamente a vulnerabilidade ao HIV/AIDS de homens e mulheres adolescentes, baseada em seus conhecimentos, valores e práticas. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo com abordagem quantitativa. Os estudantes responderam a um questionário do qual foram selecionadas questões relevantes para análise. Totalizaram 207 adolescentes, sendo 43,5% do sexo masculino e 56,5% do feminino. A maior parte dos adolescentes declara já ter tido sua primeira rel...

  19. Deseos, aptitudes y conocimientos sobre lactancia materna de gestantes en su tercer trimestre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Remigio Rafael Gorrita Pérez

    2012-06-01

    Full Text Available Introducción: la lactancia materna es la única forma natural de alimentar al bebé, y una forma inigualable de facilitar el alimento ideal para su crecimiento y desarrollo. Métodos: se realizó un estudio descriptivo, transversal, para evaluar deseos, aptitudes y conocimientos sobre lactancia materna en el tercer trimestre de 114 gestantes del Policlínico "Mártires del 9 de Abril", de San José de las Lajas. Entre marzo de 2010 y de 2011 se valoraron sus historias de salud individual y familiar, y se aplicó a tal efecto un cuestionario con 22 preguntas. Resultados: la información se incorporó a una base de datos y se utilizó para el análisis el estadígrafo chi cuadrado, que se consideró significativo con p< 0,05. La totalidad de las gestantes deseaban amamantar. Dos terceras partes se consideraron aptas o muy aptas para hacerlo, y que poseían los conocimientos necesarios para lograrlo, pero solo algo más de la quinta parte demostró que los poseía. La mayoría de las futuras madres se encontraban entre los 20 y 35 años, el nivel de escolaridad más frecuentemente alcanzado fue el técnico o preuniversitario (en 60 de ellas, para el 52,6 %, y el 46,5 % de las gestantes mantenían una unión consensuada, el 40,3 % eran casadas, y 15 solteras (13,2 %, aspectos que, indiscutiblemente influyen en los resultados. Conclusiones: además de otros resultados alcanzados, la investigación arrojó que aunque la totalidad de las gestantes en su tercer trimestre deseaban lactar a su futuro bebé y las dos terceras partes se consideraban aptas o muy aptas para hacerlo y con conocimientos suficientes al respecto, solo algo más de la quinta parte demostró efectivamente poseerlos.

  20. Programa de atención integral a la adolescente gestante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Esperanza Zambrano-Plata

    2017-06-01

    Full Text Available El presente artículo es el resultado del programa de atención integral dirigido a las adolescentes gestantes y ejecutado en la Unidad Básica Comuneros de la ESE IMSALUD. Este programa, brinda atención a las usuarias de acuerdo a lo definido en la norma técnica 0412 del 2000 para el control prenatal y detección de las alteraciones del embarazo; además , de incluir un componente biosicosocial y educativo donde se involucra a la pareja y familia a fin de prevenir y controlar factores de riesgo para obtener hijos y madres sanas. Participaron 167 gestantes adolescentes entre los 16 a 19 años con nivel educativo media secundaria, de nivel socioeconómico 1 y 2, pertenecientes a los regímenes subsidiado y vinculado. Durante el desarrollo del programa, a las usuarias se les realizo el control prenatal el cual se conforma de anamnesis, examen físico, revisión de paraclínicos, remisión a medicina general, odontología y sicología para el manejo integral de la gestante. El componente educativo se realizaba en forma individual y grupal mediante el curso: “Preparación para la Maternidad y la Paternidad”, los contenidos se centraban en la preparación para el parto y la crianza, detección y control de factores de riesgo, fortalecimiento del autoestima, proyecto de vida y rol materno y paterno, empleándose metodologías dinámicas adaptadas a las características de las usuarias. Igualmente se realizaba visita domiciliara durante la gestación y el puerperio con el propósito de detectar tempranamente y controlar factores de riesgo ambientales, de estilos de vida y del entorno familiar.

  1. Evaluación de la incidencia y los factores de riesgo para hemorragia intraventricular (HIV en la cohorte de recién nacidos prematuros atendidos en la unidad neonatal del HUSVP, de Medellín, en el período comprendido entre ene. de 1999 y dic. de 2004 Incidence and risk factors of intraventricular hemorrhage in preterm newborns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yira Sánchez Hidalgo

    2007-12-01

    Full Text Available La hemorragia intraventricular (HIV es la principal complicación neurológica de los recién nacidos prematuros, cuyas frecuencia y gravedad aumentan con el menor peso al nacer y la menor edad gestacional. Se han encontrado otros factores asociados con el aumento o disminución de su frecuencia. Objetivo: determinar la incidencia de HIV en prematuros atendidos en el Hospital Universitario San Vicente de Paúl (HUSVP, de Medellín, Colombia, entre 1999 y 2004 y establecer su asociación con condiciones de la madre y del recién nacido. Metodología: estudio retrospectivo de los prematuros menores de 32 semanas y por debajo de 1.500 gramos, atendidos en el HUSVP entre 1999 y 2004. Se calculó una muestra de 330 historias clínicas, seleccionadas en forma aleatoria, con un nivel de confianza de 95%, error del 3% y poder del 80%,con base en una incidencia del 15% de HIV en la población general. Resultados: la incidencia encontrada de HIV fue 29,8%. Como factores protectores se encontraron los siguientes: parto por cesárea, parto en un centro de tercer nivel y maduración pulmonar. Como factores que aumentaron el riesgo de HIV se encontraron: parto vaginal, edad gestacional menor de 28 semanas, uso de surfactante, ventilación mecánica, cateterismo umbilical, acidosis e hipercapnia. Conclusiones: se debe insistir en la importancia de que haya programas adecuados de control prenatal para tratar de disminuir la frecuencia de parto prematuro, procurar la remisión oportuna de las gestantes de alto riesgo a centros de referencia, estimular el uso antenatal de esteroides y el control cuidadoso de los parámetros ventilatorios en los pacientes que requieran este soporte, buscando mantener un adecuado equilibrio ácido-base en los recién nacidos. Introduction: intraventricular hemorrhage is the main neurological complication of preterm newborns. Its frequency and severity increase as gestational age and weight at birth decrease. Other factors have been

  2. Niveles de plomo en gestantes y neonatos en la ciudad de la Oroya, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Castro-Bedriñana

    Full Text Available Objetivos. Determinar los niveles de plomo (Pb en gestantes y neonatos en la ciudad de La Oroya, Perú. Materiales y métodos. Se realizó un estudio transversal. La población estuvo conformada por gestantes residentes durante al menos dos años en la ciudad de La Oroya, cuando operaban normalmente las fundiciones de Pb, cobre y zinc. Se obtuvo muestras de sangre de la gestante antes del parto y luego del parto se tomaron muestras de placenta y sangre del cordón umbilical. El nivel de Pb de dichas muestras fue evaluado por espectrometría de absorción atómica con horno de grafito. Se determinaron regresiones cuadráticas y correlaciones de Pearson. Resultados. Se evaluó cuarenta partos normales. Los niveles promedio de Pb en la sangre materna, cordon umbilical y placenta fueron 27,4 ± 15,6 ug/dL; 19,0 ± 12,6 ug/dL y 319,0 ± 215,9 ug/100 g, respectivamente. El 67,5% de los neonatos tuvieron más de 10 ug/dL de Pb. El nivel de Pb de la sangre del cordón umbilical representó el 69,4% del nivel de Pb en sangre materna. Los coeficientes de correlación entre el Pb de la sangre materna y cordón umbilical, sangre materna y placenta, placenta y sangre del cordón umbilical fueron 0,36; 0,48 y 0,33, respectivamente. Conclusiones. Cuando funcionaba la fundición, las gestantes y recién nacidos tenían concentraciones elevadas de Pb en sangre. Las concentraciones de Pb en la placenta y cordón umbilical tuvieron una correlación moderada con el Pb de la sangre materna. El Pb de la sangre materna y cordón umbilical fue 1,5 veces más alto que los de zonas más alejadas

  3. Factores de capacidad en el uso de control prenatal adecuado en gestantes de Sincelejo (Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarybel Miranda Mellado

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar los factores de capacidad relacionados con el uso adecuado de control prenatal en gestantes de Sincelejo (Colombia en 2014. Materiales y métodos: Estudio analítico de corte transversal, con una muestra de 730 gestantes, seleccionadas mediante muestreo por conglomerados. La información fue reco - lectada por medio de Encuesta Sociodemográfica y de Caracterización familiar, Escala de Apgar Familiar y Escala de Satisfacción con los Servicios Sanitarios. Para la tabulación de datos se usó Microsoft Excel V-2010, SPSSS V-17, y para el análisis, las pruebas OR y Análisis Multivariado. Resultados: El 97,7 % de las gestantes asiste al control prenatal. Sobre las razones de asistencia, 83,9 % (598 dijo que lo hacía para detectar alteraciones y 14,6 % (104 por recomendación de alguien; las 17 gestantes que no asistían al control citaron como razo - nes: porque deben hacer mucho trámite (47,1 %(8, por haber perdido la cita (23,5 %(4, porque creen no necesitar el control porque habían tenido hijos sin problemas (23,5 %(4, y porque creen que es muy temprano para iniciar el control (5,9 %(1. Acerca del uso de control prenatal se encontró que el 75,6 % (552 hace uso adecuado de este servicio. Conclusiones: Al hacer un análisis estadístico mediante razones de momios ( OR , para hallar asociación con los factores de capacidad, se encontró asociación estadísticamente significativa entre el uso adecuado de control prenatal y dos variables de capacidad: la afiliación a un régimen de salud y la satisfacción con los servicios de control prenatal.

  4. O ser adolescente gestante em transição: um enfoque de cuidar-pesquisar sob a ótica da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivete Palmira Sanson Zagonel

    2002-08-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objeto o significado do ex-sistir feminino na cotidianidade diante da transição da adolescência e gestação. Objetiva compreender o sentido de ser adolescente gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado, diante da simultaneidade dos eventos vitais, expressos pelos discursos e cuidar do ser adolescente gestante ao mesmo tempo em que desvela o sentido que funda a simultaneidade transicional feminina dos eventos vitais. Foram analisados oito discursos, utilizando a entrevista fenomenológica guiada pela questão norteadora "o que é ser adolescente e gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado diante da simultaneidade dos eventos vitais, enquanto este ser é cuidado". A análise compreensiva dos depoimentos deu-se à luz da hermenêutica heideggeriana. Permitiu desvelar o ser adolescente gestante em transição, enquanto ser de possibilidades, projeta-se enquanto ser exsistindo, mostra-se surpresa, temerosa, fragilizada, vivência a ambiguidade entre o prazer e o sofrimento, a partir das significações atribuídas às vivências.

  5. Necesidades de conocimientos de profesionales de la salud sobre la atención a la gestante y madre adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa María Alonso Uría

    Full Text Available Introducción : el embarazo en la adolescente constituye un problema de salud; ya que es una etapa en que no existe la madurez necesaria para cumplir el rol de madre, lo cual repercute en el desarrollo futuro de ella y sus descendientes. Objetivos: Identificar las necesidades de conocimientos sobre la atención integral a las gestantes y madres adolescentes en profesionales de la salud que laboran en los municipios de Regla y Guanabacoa. Métodos : se realizó una investigación descriptiva, prospectiva y transversal, se diseñó un cuestionario aplicado en el periodo octubre-diciembre de 2012, con temas necesarios para la atención integral. Resultados : se logró reunir a 100 profesionales que acudieron en el momento de la aplicación. El 43 % presentó una calificación entre 70 y 79 puntos, 29 % entre 80 y 89; y un 15 % entre 60 y 69. Solo un 7 % obtuvo muy buenos conocimientos. Los temas de mayor carencia fueron, complicaciones del embarazo en la adolescencia, utilización de métodos anticonceptivos y anticoncepción de emergencia, manejo del neonato, técnica y ventajas de la lactancia materna. Es notoria la impericia en la psicoprofilaxis; así como el desconocimiento de la frecuencia en que deben realizarse las consultas de seguimiento a las gestantes, puérperas adolescentes y sus recién nacidos. Conclusiones: existen necesidades de conocimientos en los profesionales para el manejo integral y correcto a la adolescente gestante y madre, así como en las orientaciones para la crianza de su descendiente. Se necesita una estrategia de superación profesional para satisfacer las carencias cognitivas.

  6. Prevalência do diagnóstico de enfermagem: nutrição desequilibrada mais do que as necessidades corporais em gestantes Prevalencia del diagnóstico de enfermería: nutrición desequilibrada más que las necesidades corporales en gestantes Prevalence of the nursing diagnosis, imbalanced nutrition: more than body requirements, in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escolástica Rejane Ferreira Moura

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a prevalência do Diagnóstico de Enfermagem (DE nutrição desequilibrada: mais do que as necessidades corporais em gestantes e verificar a associação entre o DE e as variáveis sociodemográficas e obstétricas. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo,exploratório, realizado com 146 gestantes atendidas em unidades básicas de saúde de Município da região metropolitana de Fortaleza(Ceará. Os dados foram coletados por meio de formulário durante consulta de enfermagem ao pré-natal. Foram realizados o cálculo do Índice de Massa Corporal e da mensuração da dobra da pele do tríceps. RESULTADOS: O DE em estudo foi determinado em 100 (68,4% gestantes. Verificou-se diferença estatística significativa da idade entre gestantes com e sem o DE (p= 0,001; paridade (p= 0,026 e idade gestacional (p= 0,002. CONCLUSÃO: O DE pesquisado apresentou prevalência marcante nas gestantes pesquisadas, estando associado a fatores evitáveis por ações educativas voltadas ao planejamento familiar, como idade materna e paridade.OBJETIVO: Identificar la prevalencia del Diagnóstico de Enfermería (DE nutrición desequilibrada: más que las necesidades corporales en gestantes y verificar la asociación entre el DE y las variables sociodemográficas y obstétricas. MÉTODOS: Estudio transversal, descriptivo, exploratorio, realizado con 146 gestantes atendidas en unidades básicas de salud del Municipio de la región metropolitana de Fortaleza(Ceará. Los dados fueron recolectados por medio de un formulario durante la consulta de enfermería al prenatal. Fueron realizados el cálculo del Índice de Masa Corporal y de la mensuración del doblez cutáneo del triceps. RESULTADOS: El DE en estudio fue determinado en 100 (68,4% gestantes. Se verificó una diferencia estadística significativa de la edad entre gestantes con y sin el DE (p= 0,001; paridad (p= 0,026 y edad gestacional (p= 0,002. CONCLUSIÓN: El DE investigado presentó marcada

  7. Intolerância glicêmica e o prognóstico perinatal em gestantes utilizando anti-retrovirais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    El Beitune Patrícia

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar o efeito das drogas anti-retrovirais sobre o metabolismo glicêmico em gestantes portadoras do HIV-1 e a ação dessas medicações sobre o prognóstico perinatal. MÉTODOS: estudo prospectivo realizado em 57 gestantes divididas em três grupos: grupo AZT, utilizando zidovudina (n=20; grupo TT, utilizando zidovudina+lamivudina+nelfinavir (n=25, e grupo controle, gestantes normais (n=12. Obteve-se a área sob a curva (ASC das glicemias após teste oral de tolerância à glicose com 75 g de glicose em quatro oportunidades durante a gravidez (1º=14-20 semanas, 2º=21-26 semanas, 3º=27-32 semanas e 4º=33-38 semanas. O prognóstico perinatal levou em consideração as taxas de prematuridade, restrição de crescimento intra-útero (RCIU, baixo peso ao nascer, mortalidade perinatal e transmissão vertical do HIV-1. Os dados foram analisados utilizando-se os testes não paramétricos do c², de Friedman e de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: os valores da mediana da ASC foi de 11.685 mg/dL-2h para o grupo controle, 13.477 mg/dL-2h para o grupo AZT e 13.650 mg/dL-2h para o grupo TT (p=0,049. Não se observou efeito deletério dos anti-retrovirais sobre as taxas de prematuridade, baixo peso ao nascer, RCIU e índices de Apgar. Não houve nenhum caso de transmissão vertical do HIV-1. CONCLUSÕES: verificou-se o desenvolvimento de intolerância glicêmica em gestantes que utilizaram tratamento tríplice, não sendo observado naquelas que utilizaram apenas AZT. Não houve efeitos deletérios dos anti-retrovirais sobre o prognóstico perinatal.

  8. Correlation between HIV and HCV in Brazilian prisoners: evidence for parenteral transmission inside prison Correlação entre HIV e HCV em prisioneiros brasileiros: evidência de transmissão parenteral no encarceramento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MN Burattini

    2000-10-01

    sorológicos para HIV, HCV e sífilis. Técnicas matemáticas foram usadas para se estimar a densidade de incidência do HIV relacionada ao tempo de encarceramento. RESULTADOS: As prevalências gerais encontradas foram: HIV -- 16%; HCV -- 34%; sífilis -- 18%. Os principais fatores associados à infecção pelo HIV foram a soropositividade ao HCV (OR=10,49 e a confissão do uso de drogas injetáveis (OR=3,36. A análise matemática mostrou que o risco de adquirir a infecção pelo HIV aumenta com o tempo de detenção, atingindo o máximo por volta de 3 anos de aprisionamento. CONCLUSÕES: A correlação entre a soroprevalência do HIV e do HCV e os resultados da análise matemática sugerem que a transmissão do HIV nestsa população se dá preferencialmente pela via parenteral e que seu risco aumenta com o tempo de encarceramento.

  9. Descriptive study of HTLV infection in a population of pregnant women from the state of Pará, Northern Brazil Estudo descritivo da infecção pelo HTLV em uma população de gestantes do Estado do Pará, norte do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Guilhon Sequeira

    2012-08-01

    Full Text Available INTRODUCTION: In Brazil, studies have shown that HTLV seroprevalence among pregnant women varies from 0 to 1.8%. However, this seroprevalence was unknown in the State of Pará, Brazil. The present study describes, for the first time, the HTLV seroprevalence among pregnant women from the State of Pará, Northern Brazil. METHODS: 13,382 pregnant women were submitted to HTLV screening during prenatal care, and those with non-seronegative results to anti-HTLV were submitted to Western blot (WB test to confirm and separate HTLV-1 and HTLV-2 carriers. RESULTS: HTLV seroprevalence in the population of pregnant women was 0.3%, and HTLV-1 was identified in 95.3% of patients. The demographic profile of HTLV carriers was as follows: women with age between 20 and 40 years old (78.4%; residing in the metropolitan region of Belém, Pará (67.6%; and with educational level of high school (56.8%. Other variables related to infection were as follows: beginning of sexual intercourse between the age of 12 and 18 years old (64.9% and have being breastfed for more than 6 months (51.4%. Most of the women studied had at least two previous pregnancies (35.1% and no abortion (70.3%. Coinfections (syphilis and HIV were found in 10.8% (4/37 of these pregnant women. CONCLUSIONS: Seroprevalence of HTLV infection in pregnant women assisted in basic health units from the State of Pará, Northern Brazil, was 0.3% similar to those described in other Brazilian studies. The variables related to infection were important indicators in identifying pregnant women with a higher tendency to HTLV seropositivity, being a strategy for disease control and prevention, avoiding vertical transmission.INTRODUÇÃO: No Brasil, estudos mostram que a soroprevalência do HTLV entre gestantes varia de 0 a 1,8%. Contudo, esta soroprevalência era desconhecida no Estado do Pará, Brasil. O presente estudo descreve, pela primeira vez, a soroprevalência do HTLV entre gestantes do Estado do Par

  10. Caracterización de las gestantes de alto riesgo obstétrico (ARO en el departamento de Sucre (Colombia, 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Judith Martínez Royert

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar las gestantes de Alto Riesgo Obstétrico ( ARO que acuden a una IPS pública en el departamento de Sucre, Colombia (periodo enero, febrero y marzo de 2015. Material y métodos: Estudio cuantitativo, descriptivo. La muestra la conformaron 123 gestantes ARO . Se utilizó un instrumento elaborado por las investigadoras; se sometió a validez de constructo y contenido, y análisis de consistencia interna mediante el alfa de Cronbach. Resultados: El 13,18 % de las gestantes eran menores de 18 años; 38,2% procedentes de la capital y 19,5 % de la región del San Jorge; 66 % no manifestaron antecedentes patológicos; 13,8 % presentaron complicaciones de amenaza de aborto o de parto pretérmino; 37 % eran nulípara; 20.3 % tenían cesárea anterior; 22.8 % sufrieron abortos; 54.5 % manifestaron tensión emocional y mal humor; 82.9% no programaron el embarazo; 24 % con periodo intergenésico de 1 año; 55.3 % (68 gestantes se encontraban entre la semana 30 y 40 de gestación al momento de participar en el estudio. Conclusiones: La subregión de la Sabana y San Jorge fueron las que presentaron mayor número de gestantes de alto riesgo. Entre las patologías preexistentes más frecuentes se encontró anemias y migrañas, así como las del sistema endocrino y respiratorio. Esta investigación servirá como referente para proporcionar conocimiento respecto al perfil de las gestantes de alto riesgo en Sucre, para que los profesionales involucrados en su atención desempeñen un rol que permita contribuir al control y prevención de las complicaciones en ellas y en la reducción significativa de la mortalidad materna.

  11. Índice de alimentação saudável para gestantes: adaptação para uso em gestantes brasileiras Índice de alimentación saludable para gestantes: adaptación para uso en gestantes brasileñas Healthy eating index for pregnancy: adaptation for use in pregnant women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Melere

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade global da dieta em uma amostra de gestantes, a partir de um parâmetro único, simples e objetivo. MÉTODOS: Gestantes entre a 16ª e 36ª semana de gestação (n = 712 foram arroladas em unidades básicas de saúde em Porto Alegre e Bento Gonçalves, RS, em 2010. Com base no índice americano Alternate Healthy Eating Index for Pregnancy (AHEI-P foi criado o Índice de Alimentação Saudável para Gestantes Brasileiras (HEIP-B. Foram aplicados o questionário de frequência alimentar e o questionário sociodemográfico. Foi utilizada a análise de componentes principais focada para avaliar a relação entre os índices e os nutrientes relevantes à gestação. RESULTADOS: A mediana e o intervalo interquartílico dos índices AHEI-P e HEIP-B foram 66,6 (57,8-72,4 e 67,4 (60,0-73,4, respectivamente. O HEIP-B mostrou boa correlação positiva com os nutrientes que têm recomendação específica no período gestacional folato (r = 0,8; p OBJETIVO: Evaluar la calidad global de la dieta en una muestra de gestantes, a partir de um parámetro único, simple y objetivo. MÉTODOS: Gestantes entre 16ª y 36ª semana de gestación (n=712 fueron inventariadas en unidades básicas de salud en Porto Alegre y Bento Gonçalves, RS, Brasil, en 2010. Con base en el índice americano Alternate Healthy Eating Index for Pregnancy (AHEI-P se creó en índice de Alimentación Saludable para Gestantes (HEIP-B. Se aplicaron el cuestionario de frecuencia alimentaria y el cuestionario sociodemográfico. Se utilizó el análisis de componentes principales para evaluar la relación entre los índices y los nutrientes relevantes para la gestación. RESULTADOS: La mediana y el intervalo intercuartil de los índices AHEI-P y HEIP-B fueron 66,6 (57,8-72,4 y 67,4 (60,0-73,4, respectivamente. El HEIP-B mostró buena correlación positiva con los nutrientes que tienen recomendación específica en el período gestacional folato (r = 0,8; p OBJECTIVE

  12. Análise do acolhimento com as gestantes na atenção pré-natal em Crato-Ceará

    OpenAIRE

    Santana, Maria Do Socorro de Oliveira

    2011-01-01

    Este estudo teve o objetivo de analisar o acolhimento no cuidado à gestante, no contexto da estratégia de saúde da família, no município do Crato (CE). Estudo descritivo, seccional de abordagem quantitativa. Os dados foram coletados através de um questionário padronizado aplicado a 191 gestantes após a consulta pré-natal, entre os meses de março a julho de 2011. A adequação do acesso à assistência pré-natal foi analisada pelo indicador de processo do Ministério da Saúde e para a análise da ad...

  13. Trauma na gestante: análise da mortalidade materna e fetal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Corsi

    Full Text Available Foram analisadas retrospectivamente 26 pacientes gestantes traumatizadas, num período de nove anos. A média de idade foi 23,7 anos (16-42. A idade gestacional variou de dez a quarenta semanas (média 21,5 semanas; a maioria (46,1% no segundo trimestre. O mecanismo predominante (65,3% foi o trauma abdominal fechado por acidente automobilístico (atropelamento ou colisão. Na admissão, oito (30,7% pacientes apresentavam alterações hemodinâmicas. Seis doentes (23,0% apresentavam sangramento vaginal e, destas, quatro estavam hemodinamicamente normais. Analisamos a mortalidade materna, a mortalidade fetal e suas causas. Comparamos também a mediana dos valores do RTS e TRISS entre os grupos, sobrevida materno-fetal, sobrevida materna e óbito materno-fetal. Todas as gestantes admitidas com sangramento vaginal apresentaram óbito fetal. A mortalidade materna foi de 11,5%, por choque hemorrágico. A mortalidade fetal foi de 30,7%, sendo que 37,5% destes óbitos foram provocados pela morte materna. A principal causa de mortalidade fetal foi o descolamento de placenta (50,0%. Os índices de trauma, RTS e TRISS, foram significativamente menor (p=0,0025 e p<0,0001 no grupo óbito materno-fetal, porém esses índices não apresentaram valor prognóstico na mortalidade fetal.

  14. Relación entre adherencia al tratamiento antirretroviral y subpoblaciones linfocitarias en niños con HIV/Sida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeannette Balbaryski

    2013-08-01

    Full Text Available El curso de la infección por HIV se caracteriza principalmente por una depleción grave de los linfocitos TCD4+ y una activación inmune marcada, hallazgos centrales que conducen a variaciones numéricas y fenotípicas de las poblaciones linfocitarias TCD4+. El tratamiento antirretroviral (TARV combinado ha modificado sustancialmente el curso de la infección por HIV, y la correcta adherencia al mismo resulta en una disminución de la carga viral a niveles indetectables, y a un incremento significativo en la repoblación de los linfocitos T periféricos. En este trabajo se evaluó en 28 niños HIV (+ la relación entre los cambios en los niveles de las poblaciones linfocitarias y la adherencia al TARV, luego de 9 meses en promedio de iniciado el mismo. El grupo de 18 niños con buena adherencia, superior al 95%, presentó un aumento significativo en los porcentajes de células naive CD4+CD45RA+CD62L+ y un descenso en las células de memoria central CD4+CD45RA-CD62L+, entre ambos momentos del seguimiento. Por el contrario, los 10 niños con fallas en la adherencia no mostraron diferencias significativas en los niveles de tales poblaciones. La buena adherencia al TARV produce el rápido y significativo descenso de la replicación viral lo cual se asocia a la progresiva reconstitución cuantitativa y funcional del sistema inmune.

  15. Resultados de la aplicación de tres guías nacionales para prevenir la transmisión vertical del VIH en el Instituto Nacional Materno Perinatal. Lima, Perú Results of the implementation of three national guidelines for the prevention of HIV vertical transmission in instituto Nacional Materno Perinatal. Lima, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Velásquez

    2011-09-01

    Full Text Available Se realiza un análisis retrospectivo de tres periodos sucesivos entre los años 1996 al 2009, para evaluar el impacto de la aplicación de tres guías nacionales para la prevención de la transmisión vertical del VIH. Se incluyeron 275 nacimientos en los 13 años de estudio. Se encontraron diferencias significativas en el porcentaje de casos de VIH entre los niños expuestos al virus en los tres periodos: 15 % durante el periodo en el cual solo se administraba zidovudina (AZT a la gestante; 6,4 % durante el segundo (administración de AZT a la gestante sin criterios de inicios de TARGA, y TARGA a las que tenían criterios para este tratamiento, y 4 % durante el tercer periodo en el cual se aplicó TARGA a todas las gestantes con infección por VIH. El 95 % de las gestantes culminaron el embarazo por cesárea y el 100 % de niños recibió fórmula maternizada. Los cambios realizados en las guías nacionales han producido un impacto favorable en la disminución de nacimientos de niños infectados por el VIH en el Instituto Nacional Materno Perinatal en Perú.A retrospective analysis is performed in three successive periods between the years 1996 and 2009, in order to evaluate the impact of the implementation of three national guidelines for the prevention of the vertical transmission of HIV. 275 births were included in 13 years. Significant statistical differences were found in the percentage of HIV cases in the children exposed to the virus between the three periods: 15% during the period in which only zidovudine (AZT was administered to the pregnant woman, 6.4% during the second period (administration of AZT to the pregnant woman not fulfilling HAART initiation criteria and HAART to those fulfilling criteria for this treatment, and 4% during the third period in which HAART was applied to all pregnant women with HIV infection. 95% of pregnant women ended their pregnancy by cesarean section and the 100% of children received infant formula

  16. Número de replicações de inquéritos dietéticos para estimativa da ingestão de nutrientes em gestantes brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Saes Sartorelli

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivos: determinar o número de replicações de inquéritos dietéticos necessários para estimar a ingestão usual de nutrientes e em categorias de consumo de gestantes no Brasil. Métodos: estudo prospectivo conduzido entre 82 gestantes, no qual as informações sobre energia e 18 nutrientes foram obtidas em três inquéritos recordatórios de 24 horas, sendo um em cada trimestre gestacional. Empregaram-se diferentes fórmulas para o cálculo do número de replicações do método necessárias para classificar as gestantes em categorias de ingestão, que considera a razão das variâncias intrapessoal/interpessoal, e para a estimativa da ingestão usual, baseado na variância intrapessoal. Resultados: para classificar as gestantes em categorias são necessárias entre 11 e 51 replicações do método, considerando-se coeficiente de correlação de 0,9. Admitindo coeficiente de correlação de 0,7, o número de replicações do método variou entre quatro e 19. Para a estimativa da ingestão usual são necessárias entre duas e 33 replicações, admitindo-se um erro de 10%. Considerando-se um erro de 20%, são necessárias entre uma e sete replicações de inquéritos dietéticos. Conclusões: é necessário um elevado número de replicações de inquéritos dietéticos na estimativa da ingestão de nutrientes na gestação e o emprego de um número reduzido de replicações poderá atenuar as associações entre a dieta e desfechos de saúde maternos e fetais.

  17. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.

  18. Sexo oral e HIV entre homens que fazem sexo com homens Oral sex and HIV among men who have sex with men

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Luis Funari

    2003-12-01

    Full Text Available A transmissão sexual do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV representa um problema de saúde pública em todo o mundo, e homens que fazem sexo com homens encontram-se sob risco diferenciado para essa infecção. Ainda que existam evidências suficientes para se afirmar que o HIV pode ser transmitido via sexo oral, a percepção desse risco é ambígua, e relaciona-se de forma paradoxal com mudanças de atitude. Novos modelos de percepção de risco devem ser desenvolvidos em diversas áreas de conhecimento para se alcançar compreensão aprofundada desse fenômeno.Sexual transmission of the human immunodeficiency virus (HIV continues to pose a public health problem worldwide. Men who have sex with men are still at differential risk of infection. Although there is evidence to claim that HIV can be transmitted by oral sex, the perception of this risk is ambiguous and relates paradoxically to behavior change. New models of risk perception must be developed in various areas of knowledge to obtain a fuller understanding of this phenomenon.

  19. Forma de cuidarse las gestantes adolescentes y adultas de las comunas una y cinco en Santa Marta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirith Vásquez Munive

    2013-10-01

    Full Text Available ResumenEl cuidado es una experiencia humana holística, que permite conservar la vida y las condiciones de salubridad y adaptarse a situaciones cambiantes. La enfermería tiene como eje central la ciencia del cuidado. Por eso es de gran importancia conocer cuáles son las prácticas de cuidado que tienen las gestantes, y si hay diferencias en este cuidado entre las gestantes adolescentes y las adultas. Para responder este interrogante, se realizó un estudio comparativo en la ciudad de Santa Marta donde, a través de un muestreo intencional por conveniencia, se estudiaron 47 gestantes adolescentes y 92 gestantes adultas. Se valoraron las prácticas de cuidado en cuanto a alimentación, estimulación prenatal, ejercicio y descanso, higiene y cuidados personales, sistemas de apoyo y consumo de sustancias no beneficiosas. Se concluyó que en ambos grupos las prácticas son regulares. La adulta estimula mas a su hijo por nacer, tiene mejores prácticas de higiene y sistemas de apoyo y consumen menos sustancia no beneficiosas. La adolescente tiene mejor práctica de ejercicio y descanso y la alimentación es regular en ambos grupos. (Duazary 2009 I; 31-37AbstractThe care is a holistic human experience that allows to conserve the life and the health conditions and to adapt to changing situations. Infirmary has as central axis the science of the care, for that reason it is of great importance to know which they are the practices of care that have the pregnancy, and if there are differences in this care between the teenager pregnancy and the mature pregnancy. To respond this query, was carried out a comparative study in Santa Marta's city, where through an intentional sampling for convenience 47 teenager pregnancy and 92 mature pregnancy. were studied. The practices of care were valued as for feeding, prenatal stimulation, exercise and rest, hygiene and personal cares, support systems and non beneficial substances. You concluded that in both groups the

  20. NUTRIÇÃO MATERNA: EFEITOS DA PROTEÍNA DE PESCADO DE ÁGUA DOCE (Serrasalmus nattereri NA COMPOSIÇÃO DA CARCAÇA DE RATAS GESTANTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ely Carvalho Vasconcellos MOURA

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Estudamos os efeitos da proteína de pescado (Serrasalmus nattereri (piranha de água doce, como única fonte protéica, em nível de 18% nas rações, sobre os níveis de lipídios e de nitrogênio e a retenção do nitrogênio pela carcaça de ratas gestantes. Foram utilizadas ratas virgens “Wistar”, divididas após o acasalamento, nos grupos: Gestante Controle Cesárea (Gces (Caseína e Gestante Pescado Cesárea (Gpces. Dois grupos não gestantes (NGC e NGP foram formados a fim de separarmos os efeitos da gestação. O grupo zero (GO foi sacrificado no 1º dia e aos demais aos 21 dias de experimentação. Pelos resultados concluímos que: a gestação conduziu a uma maior percentagem de gordura na carcaça de GCes e GPces, em relação à NG. Ambas proteínas ensaiadas não conduziram a variações quanto à concentração de nitrogênio nas gestantes. O conteúdo total de nitrogênio foi menor nas gestantes, em relação aos seus pares NG. A mobilização do nitrogênio foi maior na carcaça das gestantes; a gestação propiciou menor retenção na quantidade de nitrogênio, sendo que as proteínas ensaiadas não diferiam entre si. A proteína do pescado propiciou adequada mobilização do nitrogênio com a finalidade de garantir o desenvolvimento fetal. PALAVRAS-CHAVE: Gestantes; proteína da farinha de pescado; lipídios e nitrogênio em carcaça de ratas; Serrasalmus nattereri; piranha.

  1. Motivos e circunstâncias para o aborto induzido entre mulheres vivendo com HIV no Brasil Motives and circumstances surrounding induced abortion among women living with HIV in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilza Vieira Villela

    2012-07-01

    Full Text Available O impacto da infecção pelo HIV/Aids na decisão de interromper uma gravidez entre mulheres vivendo com HIV/Aids é ainda um tema pouco estudado. Visando entender como a infecção pelo HIV/Aids interfere na prática do aborto foi realizado estudo qualitativo em sete municípios brasileiros com mulheres portadoras desse vírus que haviam induzido um aborto em algum momento da vida. Este trabalho apresenta a análise das entrevistas de 30 mulheres que engravidaram após o diagnóstico. Os resultados mostram que para algumas a infecção foi o principal motivo de interrupção da gravidez, enquanto que para outras estiveram referidos a outras circunstâncias da vida. A decisão de abortar após o diagnóstico da infecção pelo HIV não é igual para todas as mulheres, e é influenciada pelo momento do diagnóstico e os demais aspectos da vida, como a relação com o parceiro, a inserção de trabalho e o suporte familiar. Os resultados sugerem a necessidade de atenção dos serviços de saúde quanto às decisões reprodutivas das mulheres vivendo com HIV/Aids; de incorporação dos homens nas ações preventivas de saúde sexual e reprodutiva e do aprofundamento da discussão sobre a ilegalidade do aborto no país e suas danosas consequências para mulheres, homens e crianças.The impact of HIV/AIDS infection on the decision of women living with HIV/AIDS to interrupt a pregnancy remains an understudied topic. In an effort to understand the influence of HIV/AIDS diagnosis on abortion practices, a qualitative study was carried out in seven Brazilian municipalities with women living with HIV/AIDS who reported inducing an abortion at some point in their lives. This study presents the analysis of interviews with thirty women who became pregnant after diagnosis. The results show that for some women, infection was the primary motive for terminating their pregnancy, while for others, the motives for abortion were predominantly related to life

  2. Mulheres e o hiv/aids: Intersecções Entre Gênero, Feminismo, Psicologia e Saúde Pública/ Mujeres y el VIH/Sida: Intersecciones Entre Género, Feminismo, Psicología y Salud Pública/ Women and HIV/AIDS: Intersections Between Gender, Feminism, Psychology and Public Health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRUNA KRIMBERG VON MUHLEN

    2015-02-01

    Full Text Available Neste ensaio contextualizamos o panorama em que se encontram as mulheres e o HIV. Encadeamos nossas reflexões sobre o empoderamento das mulheres com a teoria de Krista Burlae e a psicologia feminista. Estabelecemos relações entre a hierarquia de gênero e a manutenção da vulnerabilidade feminina presentes nas configurações conjugais heterossexuais e seus efeitos na saúde sexual das mulheres. Enfatizamos o empoderamento das mulheres como um fator de prevenção a ser considerado. Propomos partir dos dados estatísticos relativos à epidemia do HIV/AIDS para centrar atenção na saúde global das mulheres e articular vida privada e saúde pública. Diante das reflexões realizadas entendemos ser necessário transformar o trinômio mulheres/saúde sexual /saúde pública.

  3. HIV/AIDS risk among female sex workers who use crack in Southern Brazil Riesgo frente al HIV/Sida entre mujeres trabajadoras del sexo que usan crack en el sur de Brasil Risco frente ao HIV/Aids entre mulheres trabalhadoras do sexo que usam crack no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Malta

    2008-10-01

    ó estudio cualitativo en Foz de Iguacu (Sur de Brasil, en 2003. Se realizaron 26 encuestas con profundidad y dos grupos focales con trabajadoras del sexo que utilizan crack frecuentemente. También se realizaron encuestas con profundidad con profesionales de la salud, líderes comunitarios y gerentes de políticas públicas, además de observaciones de campo. Los datos transcritos fueron codificados con ayuda del software Atlas.ti y el método grounded theory (teoría fundamentada en datos fue utilizada para analizar los datos y desarrollar un modelo conceptual como resultado de estudio. ANÁLISIS DE LOS RESULTADOS: Las trabajadoras del sexo que utilizan crack presentaron baja autopercepción del riesgo frente al HIV, a pesar de estar relacionadas con comportamientos de riesgo, como sexo desprotegido con múltiples parejas. Experiencias de violencia física y sexual con clientes, parejas ocasionales y estables fueron bastante frecuentes entre estas mujeres, perjudicando la negociación y el uso consistente de preservativos. Según los profesionales de la salud, los líderes comunitarios y los gerentes de políticas públicas, diversas trabajadoras del sexo usuarias de crack, viven en las calles o en barrios, raramente tienen acceso a los servicios de salud, de consejos y exámenes anónimos, de apoyo social y de salud reproductiva y pre-natal. CONCLUSIONES: Las profesionales del sexo que utilizan crack experimentaron varios problemas sociales y de salud que parecen influenciar sobre el riesgo a la infección por el HIV. Intervenciones de bajo umbral, amigables y dirigidas para cuestiones de género deben ser implementadas buscando facilitar el acceso a servicios de salud y de apoyo social en esa población. Tales iniciativas podrán también facilitar el acceso de ese grupo a servicios dirigidos a la salud reproductiva en general y estrategias específicamente dirigidas a la prevención del HIV/Sida y otras infecciones sexualmente transmisibles.OBJETIVO: Compreender o

  4. Nutritional status and weight gain in pregnant women Estado nutricional y aumento de peso en la mujer embarazada Estado nutricional e ganho de peso de gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sayuri Sato

    2012-06-01

    Full Text Available This study described the nutritional status of 228 pregnant women and the influence of this on birth weight. This is a retrospective study, developed in a health center in the municipality of São Paulo, with data obtained from medical records. Linear regression analysis was carried out. An association was verified between the initial and final nutritional status (pEstado nutricional de 228 embarazadas y su influencia en el peso al nacer fue caracterizado. Estudio desarrollado en centro de salud de São Paulo con datos obtenidos de registros médicos. Análisis de regresión lineal fue realizado. Se verificó asociación entre estado nutricional inicial y final (pCaracterizou-se estado nutricional de 228 gestantes e sua influência no peso ao nascer. Trata-se de estudo retrospectivo desenvolvido num centro de saúde do município de São Paulo, com dados obtidos de prontuários. Realizou-se análise de regressão linear. Verificou-se associação entre estado nutricional inicial e final (p<0,001. A média de ganho total de peso diminuiu das gestantes que iniciaram a gravidez com baixo peso para aquelas que iniciaram com sobrepeso/obesidade (p=0,005, sendo insuficiente para 43,4 e 36,4% das gestantes com peso inicial adequado e para o total das gestantes estudadas, respectivamente. Entretanto, 37,1% daquelas que iniciaram a gravidez com sobrepeso/obesidade finalizaram com ganho excessivo, condição que, no final, afetou quase um quarto das gestantes. Anemia e baixo peso ao nascer foram pouco frequentes, porém, na análise de regressão linear, peso ao nascer associou-se com ganho de peso (p<0,05. Evidencia-se a importância do cuidado nutricional antes e durante a gravidez, para promoção da saúde materno-infantil.

  5. Enteroparasitoses em gestantes e puérperas no Rio de Janeiro Enteroparasitosis in pregnant and post-partem women in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lêda Maria da Costa Macedo

    1996-09-01

    Full Text Available A prevalência de parasitoses intestinais foi determinada em 795 mulheres distribuídas em grupos de 490 gestantes, 201 não-gestantes (controle e 104 puérperas, no período de novembro de 1989 a maio de 1991, no Rio de Janeiro, Brasil. Exames coproparasitológicos foram realizados pelos métodos de Sedimentação por Centrifugação, Faust, Kato-Katz e Baermann-Moraes. A prevalência de enteroparasitoses entre os grupos de gestantes (37,6% e o grupo-controle (38,3% pelo método de sedimentação por centrifugação foi praticamente igual, apesar de estar o primeiro grupo regularmente assistido por serviços especializados de saúde. Ascaris lumbricoides e Trichuris trichiura foram os parasitos mais freqüentes (em torno de 30,0%. Quando métodos mais específicos foram aplicados em 168 amostras de gestantes, o percentual foi elevado para 53,6%. Houve diferença estatística significativa entre a taxa de gestantes e puérperas (69,2%. Estes achados mostram a pouca atenção dispensada a estas infecções durante a gestação, não obstante relatos anteriores das possíveis repercussões para o feto e o recém-nascido.From November 1989 to May 1991, in Rio de Janeiro, Brazil, the prevalence of intestinal parasitosis was investigated in 795 women coming from the Public Health Services, who were divided into three groups: 490 pregnant women in pre-natal care period, 104 after-delivery women and 201 non-pregnant women (control. Coproparasitologic tests were run using the Sedimentation through Centrifugation, Faust, Kato-Katz and Baermann-Moraes methods. Positivities were found ranging from 37.6% to 53.6% for pregnant women, 38.3% for non-pregnant women and 69.2% for after-delivery women, with statistically significant differences between the rates of pregnant women and after-delivery women, and with no statistic difference between the groups of pregnant and non-pregnant women. The most frequent parasites found were A. lumbricoides and T. trichiura

  6. Food Consumption and Iron Intake of Pregnant and Reproductive Aged Women Consumo alimentar e ingestión de hierro por mujeres embarazadas y en edad reproductiva Consumo alimentar e ingestão de ferro de gestantes e mulheres em idade reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sayuri Sato

    2010-04-01

    Full Text Available This study compares the eating habits and consumption of natural and fortified iron sources in pregnant and reproductive aged women. This cross-sectional study was developed in a health center located in São Paulo, SP, Brazil. We studied 61 women, of which 30 were pregnant. A food frequency questionnaire and a 24-hour recall instrument were used. The main natural sources of iron were beans and greens, although fortified foods were also an important source. There was little statistically significant difference between the food consumption of pregnant and non-pregnant women. Inadequate intake of iron, folate and calcium was observed in both groups. Non-pregnant women meet the iron recommendation, considering the iron added in fortified foods, though pregnant women do not. These results suggest the need for mixed strategies: food fortification, iron supplements for pregnant women and nutritional instruction for women in general.Comparar la práctica alimentar y el consumo de alimentos fuentes de hierro, naturales y fortificados, de mujeres en edad reproductiva, gestantes o no, constituye el objetivo de esta investigación. Se trata de un estudio transversal, desarrollado en un centro de salud del municipio de Sao Paulo, en el cual participaron 61 mujeres, siendo 30 gestantes. Se utilizó un cuestionario de frecuencia de consumo alimentar y un recordatorio de 24h. Las principales fuentes naturales de hierro fueron frijoles y hojas verdes. Alimentos fortificados también tuvieron participación importante. Hubo una pequeña diferencia estadísticamente significativa entre el consumo alimentar de las gestantes y no gestantes. Se observó inadecuación del consumo de hierro, folato y calcio en los dos grupos. Las mujeres no gestantes atenderían la demanda de hierro, considerándose el adicional recomendado para la fortificación de las harinas, sin embargo, las gestantes no. Hay necesidad de implementar estrategias combinadas: fortificación de los

  7. RECURSO AUDIOVISUAL PARA PROMOÇÃO DO APEGO ENTRE MÃE HIV SOROPOSITIVA E SEU FILHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Nayane de Carvalho Lima

    2012-01-01

    Full Text Available El objetivo de estudio fue evaluar los efectos de la utilización de vídeo educativo para promover el apego entre madre seropositiva para VIH y su hijo después de seis meses de interacción entre ambos. Estudio descriptivo, exploratorio, con enfoque cualitativo. Los datos fueron recolectados a través de entrevista semiestructurada. La muestra fue intencional. El plan de análisis siguió los siguientes pasos: formación del corpus, definición de las unidades de análisis, clasificación, análisis de los datos por categorías. A pesar de las dificultades y limitaciones impuestas por el VIH/SIDA, por su tratamiento e inseguridad en la vida cotidiana, las madres con VIH desarrollaron estrategias que permitieron vivir y lidiar mejor con la enfermedad, pero sin olvidar de su papel de madre.

  8. Prevalencia de anemia en gestantes, Hospital Regional de Pucallpa, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Becerra César

    1998-01-01

    Full Text Available Las encuestas demográficas de salud y población del Perú indican que las tasas globales de fecundidad, la proporción de adolescentes embarazadas y la mortalidad maternoinfantil son más altas en la selva que en otras zonas del país. Las parasitosis intestinales endémicas agravan el riesgo de anemia ya generalmente presente en las embarazadas por deficiencias de hierro, ácido fólico y otros nutrientes. En muchos países latinoamericanos, esa es la complicación más frecuente del embarazo y está asociada con partos pretérmino, bajo peso al nacer y mortalidad perinatal. Los estudios realizados sobre este tema en la selva peruana son escasos y no se dispone de estimaciones confiables de la prevalencia de anemia durante la gestación. Los autores se propusieron determinar la prevalencia de anemia en mujeres gestantes que acudían al Hospital Regional de Pucallpa, en la selva del Perú, entre enero de 1993 y junio de 1995. El estudio de corte transversal se basó en los registros de control prenatal y de parto de 1 015 embarazadas y permitió estudiar la asociación entre la prevalencia de anemia y variables como edad cronológica, escolaridad, número de gestaciones previas y peso de la madre al inicio del embarazo. También se compararon los valores de la hemoglobina materna con el peso de los recién nacidos. La prevalencia de anemia en la población de gestantes fue de 70,1%, valor que no se modificó por efecto de la edad materna, la escolaridad ni el intervalo intergenésico. La prevalencia de anemia se asoció directamente con el número de gestaciones e inversamente con la ganancia de peso durante el embarazo. La tasa de mortalidad perinatal fue de 37,7 por 1 000 nacidos. Ni esta tasa ni el peso de los recién nacidos resultaron asociados con el grado de anemia de la madre. El análisis de regresión multivariado muestra que el peso de la madre al inicio de la gestación (P = 0,0001, el peso ganado durante la gestación (P = 0

  9. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barros Denise Cavalcante de

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.

  10. ANÁLISIS DE COMPONENTES PRINCIPALES APLICADO A VARIABLES RESPECTO A LA MUJER GESTANTE EN LA REGIÓN DE LAS AMÉRICAS

    OpenAIRE

    Salinas P,Hugo; Albornoz V,Jaime; Reyes P,Alvaro; Erazo B,Marcia; Ide V,Rodolfo

    2006-01-01

    Objetivo: Obtener índices comparativos entre países, respecto a la real situación de la mujer gestante _recursos utilizados y resultados obtenidos_ en la Región de las Américas. Material y Métodos: Se recopila información oficial de los países de la Región de las Américas, publicada por OMS y OPS, correspondiente a variables relacionadas con la mujer embarazada y los recursos potenciales utilizados en su atención, además de los resultados obtenidos en dicha atención. Se estudiaron 9 variables...

  11. Nivel de conocimiento sobre factores de riesgo prenatal para la prevención de discapacidades y desarrollo personal en gestantes adolescentes del Cono Sur de Lima

    OpenAIRE

    Masías Ynocencio, Ysabel

    2007-01-01

    El presente estudio se enmarca dentro de la psicología educacional en el enfoque de la promoción y prevención de la salud integral de las adolescentes y de los esfuerzos por reducir los riesgos de discapacidad en el bebé por nacer; que pueden ser generados por el desconocimiento y desinformación sobre los factores de riesgo biológico y ambiental por la futura madre gestante. Motivados por estas interrogantes nos planteamos ¿Qué relación existe entre el nivel de conocimiento sobre factores de ...

  12. Estado nutricional y seguridad alimentaria en gestantes adolescentes: Pereira, Colombia, 2009 Estado nutricional e segurança alimentaria em gestantes adolescentes: Pereira, Colombia, 2009 Nutritional status and food safety in teenage pregnant women: Pereira, Colombia, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocío Quintero Tabares

    2010-07-01

    Full Text Available Objetivo. Valorar estado nutricional y percepción de seguridad alimentaria, de gestantes adolescentes consultantes en Instituciones de la ESE Salud Pereira durante el año 2009. Metodología. Estudio descriptivo de corte transversal. Con un 95% de nivel de confianza, se seleccionó una muestra de 150 gestantes, entre las asistentes al control prenatal durante los meses abril a junio de 2009. Se capacitaron cuatro encuestadores enfermeros profesionales. Se aplicó la encuesta y la Escala Latinoamericana y Caribeña de Seguridad Alimentaria. Se realizó valoración nutricional a partir de los registros en la historia clínica de biomarcadores e indicadores antropométricos y obstétricos. Se realizó análisis univariado y bivariado. Resultados. El 95% de las gestantes adolescentes eran de estratos I y II, el 59% con escolaridad secundaria incompleta, el 79% primigrávidas. El 21% tenía bajo peso pregestacional y el 45% bajo peso durante la gestación. El 15% mostró anemia. El 33% reportó infección urinaria. El 8.7% tenía riesgo de HIE. El 63.3% de las gestantes percibía algún grado de inseguridad alimentaria, que era severa en el 22.7% de los hogares. Conclusión. Se encontró una alta proporción de bajo peso pregestacional no compensado oportunamente. Debido al impacto de la seguridad alimentaria sobre la nutrición en el embarazo, su monitoreo debe ser incluido como una de las actividades básicas en la atención prenatal.Objetivo. Valorizar estado nutricional e percepção de segurança alimentaria, de gestantes adolescentes consultados em Instituições da ESSE Saúde Pereira durante o ano 2009. Metodologia. Estudo descritivo de corte transversal. Com um 95% de nível de confiança, selecionouse uma mostra de 150 gestantes, entre as assistentes ao controle pré-natal durante os meses abril a junho de 2009. Capacitaram-se quatro pesquisadores enfermeiros profissionais. Aplicou-se a enquete e a Escala Latino-americana e Caribenha de

  13. Disfunción familiar en gestantes adolescentes de un área de salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iliana de la Caridad Calderón Morales

    2014-11-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo, observacional, de corte transversal, de las 58 gestantes menores de 20 años, pertenecientes al área de salud del Policlínico Universitario "Josué País García" de Santiago de Cuba, de enero a diciembre del 2013, con vistas a determinar la relación entre la disfunción familiar y la presentación del embarazo en ellas, para lo cual se aplicó el instrumento de evaluación Faces III. Al efectuar el análisis estadístico se evidenció un predominio del grupo etario de 15-18 años, de la vinculación a los diferentes niveles de enseñanza en correspondencia con la edad, así como de la disfuncionalidad familiar y el tipo de familia extensa; estos 2 últimos resultados constituyeron factores predisponentes en el desarrollo de conductas de riesgo, como el embarazo precoz

  14. Care cost for pregnant and parturient women with diabetes and mild hyperglycemia Costo de la asistencia de gestantes y parturientas diabéticas y con hiperglicemia leve Custo da assistência de gestantes e parturientes diabéticas e com hiperglicemia leve

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Molina Cavassini

    2012-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To compare inpatient and outpatient care costs for pregnant/parturient women with diabetes and mild hyperglycemia. METHODS: A prospective observational quantitative study was conducted in the Perinatal Diabetes Center in the city of Botucatu, Southeastern Brazil, between 2007 and 2008. Direct and indirect costs and disease-specific costs (medications and tests were estimated. Thirty diet-treated pregnant women with diabetes were followed up on an outpatient basis, and 20 who required insulin therapy were hospitalized. RESULTS: The cost of diabetes disease (prenatal and delivery care was US$ 3,311.84 for inpatients and US$ 1,366.04 for outpatients. CONCLUSIONS: Direct and indirect costs as well as total prenatal care cost were higher for diabetic inpatients while delivery care costs and delivery-postpartum hospitalization were similar. Prenatal and delivery-postpartum care costs were higher for these patients compared to those paid by Brazilian National Health System.OBJETIVO: Comparar costos de hospitalización y de atención por ambulatorio en gestantes/parturientas diabéticas y con hiperglicemia leve. MÉTODOS: Estudio observacional, prospectivo, cuantitativo descriptivo realizado en centro de diabetes perinatal en Botucatu, Sureste de Brasil, entre 2007 y 2008. Se estimaron los costos por absorción directos e indirectos disponibles en la institución y los costos específicos para la enfermedad (medicamentos y exámenes. Las 30 gestantes diabéticas tratadas con dieta fueron acompañadas en ambulatorio y 20 tratadas con dieta más insulina fueron hospitalizadas. RESULTADOS: El costo de la enfermedad diabetes (para asistencia prenatal y parto fue de US$ 3,311.84 para las gestantes hospitalizadas y de US$ 1,366.04 para las acompañadas en ambulatorio. CONCLUSIONES: Los costos directos e indirectos y el costo total de la asistencia prenatal fueron más elevados en las gestantes diabéticas hospitalizadas mientras que los costos de

  15. Práticas e sentidos do barebacking entre homens que vivem com HIV e fazem sexo com homens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Augusto Vasconcelos da Silva

    2010-08-01

    Full Text Available Este artigo é decorrente de uma etnografia online sobre o barebacking (sexo anal desprotegido de forma intencional no cenário brasileiro, entre os anos de 2004 e 2007. Mais especificamente, busca discutir a prática e sentidos do barebacking entre homens soropositivos que fazem sexo com homens, considerando as implicações e conflitos vividos por eles a partir do momento em que se descobrem soropositivos após o engajamento no sexo bareback. Para tal, utilizamos relatos produzidos em entrevistas abertas no MSN messenger, após a criação de uma página no orkut e participação em suas comunidades sobre o barebacking. Apresentamos histórias de três homens, de diferentes regiões do país, que praticavam o barebacking e passaram pelo processo da soroconversão. Nessas breves histórias, destacamos algumas tensões ou ambiguidades diante dos prazeres e das proibições ligados ao sexo sem camisinha, incluindo a culpa pelo engajamento no sexo desprotegido e o sentimento de liberdade produzido pelo mesmo.

  16. Aplicação de uma curva de ganho de peso para gestantes Application of a weight gain curve for pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1977-06-01

    Full Text Available Com a finalidade de estudar a influência do estado nutricional materno sobre o peso do recém-nascido, foi aplicado em 460 gestantes inscritas no Centro de Saúde Geraldo de Paula Souza o método antropométrico para o diagnóstico do estado nutricional de uma população de gestantes, pois este método é de fácil aplicação e não exige pessoal especializado. Parece existir uma relação positiva entre o peso pré-gestacional, o ganho de peso da gestante durante a gravidez, e o peso ao nascer do concepto, bem como a idade gestacior.al. Observou-se ainda que houve uma diferença de 296,7 gramas a mais no peso dos recém-nascidos de gestante com peso pré-gestacional adequado, que no grupo de gestante com peso pré-gestacional insuficiente. Em trabalhos anteriores descreveu-se a necessidade de se utilizar curvas ponderais para o diagnóstico do estado nutricional materno: a curva que ora se apresenta é mais simples que outras já descritas anteriormente. No momento está sendo testada para se avaliar a sua eficácia.The authors studied the influence of maternal nutrition on birth weight using anthropometric techniques because these methods are of low cost, and do not need specialized manpower for their application. In the 460 pregnant women attended at a prenatal care service, there was a positive relationship between pre-gestational weight gain during pregnancy, birth weight and gestational age. Babies born from mothers with adequate pre-gestational weight were 296.7 grammes heavier than those of women with insufficient weight. Anthropometric curves for the measurement of maternal weight have been simplified and now this new curve is being tested.

  17. Eqüidade e atenção à saúde da gestante em Campinas (SP, Brasil Equity and access to health care for pregnant women in Campinas (SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Duarte de Mattos Almeida

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a atenção à saúde recebida durante a gestação, o parto e o puerpério por mulheres de dois estratos de renda familiar per capita (menos de 1 salário-mínimo e 1 ou mais salários-mínimos. MÉTODO: Estudo observacional transversal realizado em amostra aleatória de 248 mulheres residentes no Município de Campinas, Estado de São Paulo, que tiveram filhos entre abril de 2001 e março de 2002. Informações sobre aspectos sócio-demográficos, morbidade materna e atenção à saúde no pré-natal, parto e puerpério foram obtidas por meio de entrevistas domiciliares. O cuidado no pré-natal foi analisado com base no índice de Kessner, no índice de adequação da utilização do cuidado pré-natal (Adequacy of Prenatal Care Utilization e no índice proposto pelos autores a partir das recomendações do Ministério da Saúde. Na época do estudo, o salário-mínimo correspondia a 180 reais, ou 71,40 dólares. RESULTADOS: As gestantes do grupo de renda inferior tinham menor escolaridade e eram, em maior proporção, adolescentes, pretas ou pardas e solteiras. O pré-natal foi realizado pelo SUS em 73,7% das gestantes de menor renda, contra 33,3% do grupo de maior renda. As gestantes de menor renda iniciaram o pré-natal mais tardiamente e fizeram um número menor de consultas. Entretanto, alguns indicadores de qualidade da atenção, como exames de rotina, teste anti-HIV, percentual de parto cesáreo e permanência do recém-nascido com a mãe em alojamento conjunto, foram melhores nas gestantes de menor renda. Os grupos foram semelhantes em relação a orientações recebidas, exames clínicos, laqueadura no pós-parto e prevalência de baixo peso e de prematuridade. A inadequação do cuidado pré-natal, embora significativamente maior para as mulheres de menor renda, ocorreu num percentual relativamente baixo. CONCLUSÕES: As diferenças sócio-demográficas observadas entre os dois grupos não se reproduziram na mesma

  18. Prevalencia de sífilis en mujeres gestantes atendidas por el Programa de Protección a la Gestante (PPG y reporte de aborto en el Estado de Sergipe, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Saab

    2016-06-01

    Full Text Available Introducción: La sífilis ha representado un importante reto para la salud pública en Brasil, tanto por su alta prevalencia como por las graves secuelas neonatales. Objetivo: Determinar la prevalencia de infección por sífilis y la aparición de abortos involuntarios en mujeres embarazadas, por edad y distribución espacial en el estado de Sergipe en Brasil. Metodología: Estudio transversal descriptivo-retrospectivo, en el que se analizaron 39.807 registros de usuarias del Programa de Protección a la Gestante (PPG ofrecido en 73 municipios en el estado de Sergipe, en un período aproximado de dos años. Resultados: Fueron seleccionadas 39.807 gestantes, de las cuales 7.538 (18,9% reportaron haber abortado, 544 (1,37% fueron halladas con sífilis positiva y 192 (0,48% presentaron sífilis positiva y reporte de aborto. La proporción aumentó de 25,7% de mujeres que abortaron y tuvieron cualquier tipo de alteración (HIV, HTLV, Chagas, Hepatitis B, Hepatitis C, Clamidia, Toxoplasmosis, Rubéola, Citomegalovirus, Hipotiroidismo congénito e Fenilcetonuria materna a 35,3% en mujeres que abortaron y presentaron confirmación de sífilis positiva, representando un aumento de 1,37 veces de los casos. El Municipio de Carmópolis tuvo el mayor porcentaje de casos con 2,19%, seguido de Malhador con un 1.30%, Malhada dos Bois con 1.16%, Estância con 1.15%, Barra dos Coqueiros con 1.14%, Santa Luzia do Itanhy con 1,04% y Pedrinhas con un 1,00%. Conclusión: Se verificó que en la mayoría de los municipios fue elevado el número de registros de abortos involuntarios en mujeres gestantes. La prevalencia gestacional de sífilis fue superior a la aceptada por la Organización Mundial de la Salud (OMS. Por medio del PPG se verificó que la sífilis continúa siendo un importante problema de salud durante la gestación, y que las mujeres con sífilis presentan una mayor frecuencia de abortos.

  19. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV Asociación entre violencia contra la mujer por pareja íntima e infección por VIH Association between intimate partner violence against women and HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.OBJETIVO: Analizar la asociación entre la violencia contra mujeres por pareja íntima y la infección o sospecha de infección por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH. MÉTODOS: Estudio transversal con base en datos de cuestionarios aplicados cara-a cara y de prontuarios médicos de 2.780 mujeres de 15 a 49 años, atendidas en unidades del sistema único de salud de la Gran Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2001-2002. Las mujeres fueron categorizadas en: usuarias en tratamiento por ser

  20. La alimentación de la gestante adolescente: el cambio favorable Diet of the pregnant adolescent: the favorable change A alimentação da gestante adolescente: o câmbio favorável

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BERNAL ROLDÁN MARÍA CARMEN

    2010-04-01

    Full Text Available El presente estudio de tipo cualitativo y etnográfico de pequeño alcance, tiene como objetivo describir el significado del cuidado de sí de un grupo de gestantes adolescentes y su hijo por nacer, con relación a la alimentación, a partir de sus prácticas, creencias y valores culturales, quienes asistieron a control prenatal a la Unidad de Atención Primaria (UPA de Candelaria la Nueva, Hospital Vista Hermosa, Ciudad Bolívar, Localidad 19 de Bogotá, en 2007. La información fue aportada por ocho adolescentes primigestantes de entre 17 y 19 años de edad, que estaban entre el cuarto y séptimo meses de gestación, sin patologías asociadas, que asistieron al primer control prenatal, seleccionadas intencionalmente y que estuvieron dispuestas a participar de la investigación (previo consentimiento informado. La recolección de datos se realizó a través de la entrevista etnográfica no estructurada; se obtuvo como resultado el significado del cuidado en las gestantes adolescentes y se aportaron tres grandes beneficios positivos del cuidado de la alimentación materna: cambio de hábito alimentario, alimentarse para proteger la salud del bebé y para que nazca sano, y alimentarse para proteger la salud de la madre adolescente. Dichos resultados, conjugados en el escenario cultural de las gestantes adolescentes, permiten explorar y conocer cómo se cuidan ellas a través de las prácticas soportadas en el saber como conocimiento y razón, y el uso como los artefactos que utiliza.The purpose of this limited scope, qualitative and ethnographic study is to describe the meaning of self-care for a group of pregnant adolescents and their unborn child, in relation to their diet, based on their practices, beliefs and cultural values, and who attended a prenatal checkup at the Primary Care Unit (UPA of Candelaria la Nueva, Vista Hermosa Hospital, Ciudad Bolívar, District number 19 de Bogotá, in 2007. The information contributed by eight first

  1. La alimentación de la gestante adolescente: el cambio favorable A alimentação da gestante adolescente: o câmbiofavorável Diet of the pregnant adolescent: the favorable change

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ISABEL RODRÍGUEZ HERNÁNDEZ

    2010-06-01

    Full Text Available El presente estudio de tipo cualitativo y etnográfico de pequeño alcance, tiene como objetivo describir el significado del cuidado de sí de un grupo de gestantes adolescentes y su hijo por nacer, con relación a la alimentación, a partir de sus prácticas, creencias y valores culturales, quienes asistieron a control prenatal a la Unidad de Atención Primaria (UPA de Candelaria la Nueva, Hospital Vista Hermosa, Ciudad Bolívar, Localidad 19 de Bogotá, en 2007. La información fue aportada por ocho adolescentes primigestantes de entre 17 y 19 años de edad, que estaban entre el cuarto y séptimo meses de gestación, sin patologías asociadas, que asistieron al primer control prenatal, seleccionadas intencionalmente y que estuvieron dispuestas a participar de la investigación (previo consentimiento informado. La recolección de datos se realizó a través de la entrevista etnográfica no estructurada; se obtuvo como resultado el significado del cuidado en las gestantes adolescentes y se aportaron tres grandes beneficios positivos del cuidado de la alimentación materna: cambio de hábito alimentario, alimentarse para proteger la salud del bebé y para que nazca sano, y alimentarse para proteger la salud de la madre adolescente. Dichos resultados, conjugados en el escenario cultural de las gestantes adolescentes, permiten explorar y conocer cómo se cuidan ellas a través de las prácticas soportadas en el saber como conocimiento y razón, y el uso como los artefactos que utiliza.O presente trabalho de tipo qualitativo e etnográfico de curto alcance visa descrever o significado do cuidado próprio de um grupo de gestantes adolescentes e seu filho por nascer em termos de alimentação e com base em suas práticas, crenças e valores culturais, que estiveram em controle pré-natal na Unidade de Atenção Primária (UPA de Candelaria La Nueva, Hospital Vista Hermosa, Ciudad Bolívar, Localidade 19 de Bogotá em 2007. A informação foi fornecida

  2. Impacto de las Tecnologías de la Información en la interrelación matrona-gestante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Isabel Fernández Aranda

    Full Text Available Los avances que las Tecnologías de la Información y Comunicación (TICs están generando a nivel social están teniendo su reflejo en la sanidad. La Obstetricia no está al margen de esta eclosión de las TIC siendo el objetivo de este artículo conocer qué impacto están teniendo en la especial relación entre la matrona y la gestante y hacia dónde se encamina, mediante una revisión bibliográfica de la literatura científica existente. Se seleccionaron 31 referencias publicadas entre enero de 2000 y diciembre de 2014, encontrándose varios aspectos que afectan a este vínculo. Los resultados muestran que se está avanzando en un nuevo rol para la matrona como gestora de información y que existe una valoración positiva del efecto de las TICs sobre matronas y gestantes pero recordando siempre que las nuevas tecnologías en sanidad son un medio y no un fin en sí mismas.

  3. Prevalência de deficiência de ferro em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil: etiologia da anemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guerra Elvira Maria

    1992-01-01

    Full Text Available No período compreendido entre abril e outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta , que estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante em oito Centros de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (Brasil. Na ocasião da coleta de material estas gestantes não faziam uso de medicamentos que continham ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos; 65,9% delas pertenciam a famílias com renda de até um SMPC (salário mínimo per capita e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. Tomando-se a saturação da transferrina inferior a 15% como índice mínimo para definir a deficiência de ferro, a prevalência de deficiência de ferro no primeiro trimestre (4,6% foi significativamente menor do que a observada no segundo (17,3%, e esta foi menor do que no terceiro trimestre (42,8%. A prevalência de deficiência de ferro total agrupada nos três trimestres foi de 12,4%. Não houve diferença significativa entre as prevalências de deficiência de ferro segundo o número de partos. Esta prevalência foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda de até 0,5 SMPC. Nas gestantes anêmicas, 46,7% eram deficientes de ferro, 44,4% de ácido fólico, 20,0% de ferro e ácido fólico e nenhuma delas eram deficientes de vitamina B12.

  4. PREVALENCIA DE TRIPANOSOMIASIS AMERICANA EN MUJERES GESTANTES DE UN ÁREA DE SALUD. VALENCIA, 2005-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Manuel Ortí Lucas

    2009-01-01

    Full Text Available Fundamento: La enfermedad de Chagas es una patología emergente en nuestro medio debido principalmente al incremento de las migraciones. La prevalencia y el difícil manejo terapéutico hacen del Chagas un problema de salud pública creciente. Pretendemos analizar la prevalencia y perfil epidemiológico de mujeres gestantes latinoamericanas atendidas en el área de influencia del Hospital Clínico de Valencia (HCUV y estimar el riego de transmisión vertical. Métodos: Se estudió a 383 mujeres gestantes asistidas en el HCUV entre febrero de 2005 y julio de 2007. Utilizamos para el cribado la técnica de inmunoprecipitación ID-PaGIA-DiaMed, confirmada mediante Inmunofluorescencia Indirecta (IFI - Inmunoflour Chagas-Inverness Medical. En hijos de mujeres positivas: Microhematocrito, PCR y detección de anticuerpos IgM por IFI, al nacer, e IgG, a los 6 y 12 meses. Resultados: El 9,7% de las mujeres presentaban anticuerpos específicos del parásito. De ellas el 54,1% eran bolivianas, el 13,5% argentinas y 8,1 % colombianas. 81,1% vivieron en zonas rurales y casas de adobe, el 89,2% tenía antecedentes familiares y el 100% conocían la enfermedad y el vector. La seroconversión en un niño de 8 meses supuso una transmisión vertical del 2,7% y una incidencia en mujeres procedentes de zona endémica del 0,3%. Conclusiones: La prevalencia de enfermedad de Chagas en mujeres gestantes latinoamericanas es elevada y supone un riesgo de transmisión vertical importante que obliga a detectar anticuerpos frente al parásito en los exámenes de salud de este colectivo. En el cribado son factores de riesgo los antecedentes familiares de tripanosomiasis y la residencia previa en hábitat rural.

  5. Internações por complicações obstétricas na gestação e desfechos maternos e perinatais, em uma coorte de gestantes no Sistema Único de Saúde no Município de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Laisa Alves Moura

    2018-02-01

    Full Text Available A morbidade materna, a mortalidade neonatal e a mortalidade fetal são importantes indicadores da saúde materna infantil. O estudo tem por objetivo descrever desfechos maternos e perinatais (baixo peso ao nascer, prematuridade, óbito fetal e neonatal, internações pós-parto e readmissão dos recém-nascidos de uma coorte de gestantes cujos partos foram financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS no Município de São Paulo, Brasil, no segundo semestre de 2012. Foi obtida uma coorte retrospectiva de 55.404 gestantes com vinculação (determinística e probabilística das informações do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS, Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC, Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM e Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES. Internações por complicações obstétricas da gestação ocorreram em 4,3% das gestantes. Diagnósticos mais frequentes foram: infecções, doenças hipertensivas e diabetes. As internações prévias ao parto foram mais frequentes nas gestantes a partir de 35 anos, de gestações múltiplas e com baixa escolaridade. As internações das gestantes no pós-parto foram 3 vezes maior e a mortalidade materna 9 vezes maior entre as gestantes com internação prévia por complicações obstétricas. Os desfechos perinatais (mortalidade fetal e neonatal, prematuridade e baixo peso ao nascer foram 2 vezes mais frequentes entre os conceptos de gestantes com internação prévia que aquelas sem internação. Comportamento semelhante foi encontrado com relação à internação dos recém-nascidos logo após o parto e na readmissão hospitalar. Desfechos maternos e perinatais negativos foram mais frequentes em gestantes com internação prévia ao parto.

  6. Vulnerabilidade ao HIV/AIDS e a prevenção da transmissão sexual entre casais sorodiscordantes Vulnerabilidad al VIH/SIDA y la prevención de la transmisión sexual entre parejas donde solo un sujeto está contaminado por el VIH Vulnerability and prevention of sexual HIV transmission among HIV/AIDS serodiscordant couples

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Karina Reis

    2009-09-01

    Full Text Available Este estudo descritivo e exploratório objetivou descrever e analisar a vulnerabilidade de casais sorodiscordantes ao HIV, e foi realizado em um Serviço Ambulatorial Especializado em aids de um município do estado de São Paulo. Os dados foram coletados através de entrevistas individuais com 11 portadores do HIV/AIDS, que convivem com parceria sabidamente sorodiscordante. Para organização e análise dos dados, empregamos o método de análise de Prosa e o conceito de vulnerabilidade como referencial teórico. A naturalização da infecção do HIV/aids como doença controlável por medicamentos, crença na impossibilidade de transmissão do HIV relacionadas com carga viral indetectável, sentimento de invencibilidade que surge com o tempo de convívio entre o casal, e sua influência na manutenção do sexo seguro são fatores de vulnerabilidade para a parceria sexual soronegativa. Serviços especializados no atendimento a indivíduos com HIV/aids necessitam incluir a parceria sexual nas ações educativas/preventivas promovidas pelos profissionais de saúde.Este estudio descriptivo e exploratorio que tuvo por objetivo describir y analizar la vulnerabilidad de parejas en que uno de sus componentes está contaminado por el HIV; el estudio fue realizado en un Servicio de Ambulatorio Especializado en SIDA de un municipio del estado de São Paulo. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas individuales con 11 portadores del VIH/SIDA que conviven con compañeros no contaminados por el virus VIH. Para la organización y el análisis de los datos, empleamos el método de análisis de Prosa y el concepto de vulnerabilidad como marco teórico. La naturalización de la infección del VIH/SIDA como enfermedad controlable por medicamentos, la creencia en la imposibilidad de la transmisión del VIH relacionadas con carga viral indetectable, el sentimiento de invencibilidad que surge con el tiempo de convivencia entre la pareja y su

  7. Estudo comparativo entre bupivacaína racêmica a 0,25% e bupivacaína com excesso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25%, associadas ao fentanil para analgesia de parto com deambulação da parturiente Estudio comparativo entre bupivacaína racémica a 0,25% y bupivacaína con exceso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25% asociadas con fentanil para analgesia de parto con deambulación de la gestante Racemic 0.25% bupivacaine and 50% enantiomeric excess (S75-R25 0.25% bupivacaine associated to fentanyl for labor analgesia with patient’s ambulation. Comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Figueiredo Côrtes

    2006-02-01

    ógiros de los anestésicos locales demostraron mayor seguridad debido a la menor cardiotoxicidad. La deambulación de la gestante durante el trabajo de parto por lo que puede abreviar la duración del parto. Este estudio compara la calidad de la analgesia y las repercusiones materno fetales así como la capacidad de deambular y de orinar en forma espontánea de las gestantes, usando bupivacaína a 0,25% y bupivacaína con exceso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25% asociadas con fentanil por vía peridural continua durante el trabajo de parto. MÉTODO: Fueron evaluadas 40 gestantes, estado físico ASA I y II, con feto único y en trabajo de parto, que recibieron analgesia peridural continua, divididas en 2 grupos. En el grupo I recibieron 8 mL (20 mg de bupivacaína (S75-R25 a 0,25% con epinefrina asociados a 100 µg de fentanil. En el grupo II recibieron 8 ml (20 mg de bupivacaína racémica a 0,25% con epinefrina asociados a 100 µg de fentanil. Los siguientes parámetros fueron evaluados: tiempo de latencia, altura del bloqueo sensitivo, grado de bloqueo motor, examen de Romberg, capacidad de deambular y orinar en forma espontánea, duración del trabajo de parto y del período expulsivo, variables maternas respiratorias y hemodinámicas y la vitalidad de los neonatos. RESULTADOS: No hubo diferencia estadística entre los grupos en los parámetros evaluados. Todas las gestantes tenían fuerza muscular y capacidad para deambular, pero esto no ocurrió en un caso del grupo II por indicación de cesárea y en 4 casos del grupo I porque el parto ocurrió antes de iniciar la evaluación motora. CONCLUSIONES: Tanto la bupivacaína a 0,25% como la bupivacaína (S75-R25 a 0,25% asociadas con fentanil demostraron ser una buena opción para analgesia de parto.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Clinical studies with levogyrous enantiomers of local anesthetics have shown better safety due to lower cardiotoxicity. Parturients ambulation during labor may be able to shorten it. This study

  8. Relação entre biofilme, atividade de cárie e gengivite em crianças HIV+ Relation between biofilm, caries activity and gingivitis in HIV + children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Apoena de Aguiar Ribeiro

    2002-06-01

    Full Text Available A utilização de terapia medicamentosa em crianças infectadas pelo HIV (HIV+ vem promovendo a diminuição na prevalência de manifestações bucais em tecidos moles ao longo dos anos. Entretanto, observa-se uma constância na experiência de cárie e gengivite desta população, sobretudo devido à influência crônica de alguns fatores envolvidos no processo da infecção pelo HIV, como uso prolongado de medicamentos líquidos açucarados, dieta rica em carboidratos e repetidos episódios de internação. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar se a qualidade e quantidade de biofilme representam um fator importante na atividade da doença cárie e gengivite neste grupo em especial. Após exame do biofilme (índice de biofilme; Ribeiro23, 2000, da atividade de cárie e gengivite de 56 crianças, de 0 a 14 anos, pacientes com diagnóstico definitivo de infecção pelo HIV, observou-se que somente 7 (12,5% não apresentavam biofilme visível clinicamente e 33 (58,9% apresentavam gengivite, com, em média, 4,44 superfícies com sangramento. Quanto à doença cárie, 73,2% das crianças apresentavam lesões cariosas ativas. Verificou-se ainda a correlação entre o índice de biofilme, o estado gengival e a atividade das lesões cariosas (teste de correlação de Spearman, r s = +0,57 e r s = +0,49, respectivamente. Conclui-se, que nas crianças HIV+ avaliadas, a qualidade e quantidade de biofilme sobre a superfície dental representam um importante fator na etiologia da atividade das doenças cárie e gengivite, podendo e devendo este ser trabalhado para que seja possível restabelecer a saúde bucal destas crianças.The utilization of medicines to treat HIV-infected children has been promoting a decrease in the prevalence of soft-tissue oral lesions, as years pass by. In contrast, it has been observed that the experience of caries and gingivitis is constant in this population, mostly because of the chronic influence of some factors

  9. Desenvolvimento de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA para gestantes usuárias de Unidades Básicas de Saúde de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís de Oliveira

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi desenvolver um questionário quantitativo de freqüência alimentar para gestantes adultas usuárias do Sistema Único de Saúde de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. Um inquérito recordatório de 24 horas (IR24h foi obtido de 150 gestantes, 50 em cada trimestre gestacional, com idade entre 18 e 35 anos. Um segundo IR24h foi obtido de 90 gestantes, 30 em cada trimestre gestacional, entre 7 e 15 dias após o primeiro inquérito. Uma lista de 85 alimentos foi estabelecida por regressão linear múltipla stepwise, estimando-se a contribuição percentual para a variabilidade interindividual da estimativa de energia e 28 nutrientes de interesse, com contribuição de 74,2 a 98,8% para os nutrientes de interesse selecionados. As porções alimentares foram determinadas de acordo com a distribuição percentual dos pesos relatados e descritas nos percentis 25, 50, 75 e 100. Desconhecemos a existência de questionário quantitativo de freqüência alimentar desenvolvido para gestantes no Brasil.

  10. Anemia e deficiência de ferro em gestantes adolescentes Anemia and iron deficiency in pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth FUJIMORI

    2000-12-01

    Full Text Available Por meio de dosagem de ferritina sérica, transferrina sérica, hemoglobina e hematócrito, caracterizou-se o estado nutricional de ferro de 79 gestantes adolescentes de primeira consulta pré-natal (£ 20 semanas de gestação, atendidas na Rede Básica de Saúde de um Município da Grande São Paulo. Todos os valores hematológicos estudados foram menores entre as gestantes do segundo trimestre gestacional em relação às do primeiro, sendo as diferenças estatisticamente significativas (pThe objective of this study was to characterize iron nutritional status of 79 pregnant adolescents, at first prenatal consultation (<= 20 weeks of gestation, in the Primary Health System of a district of Great São Paulo, through the serum ferritin, serum transferrin, hemoglobin and hematocrit determinations. All the hematologic values studied were smaller for the pregnant adolescents in the second gestational trimester than for the ones in the first. Statistically significant differences (p.<.0.05 were found just for hemoglobin. It was verified that 64.3% and 32.1% had, respectively, less than 500.mg and 300.mg of organic iron reservations, and 5.4% presented serious lack of this mineral. By World Health Organization criterion 19.0% of the pregnant women were iron-deficient (Saturation of Transferrin <.16% and 13.9% were anemic (Hemoglobin.<.11 g/dl.

  11. Estado nutricional del hierro en gestantes adolescentes, Medellín, Colombia / Nutritional status of iron in pregnant adolescents, Medellín, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz E. Parra S

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo: analizar el estado nutricional del hierro en gestantes adolescentes de tercer trimestre. Metodología: estudio analítico de corte transversal con 276 adolescentes entre 10 y 19 años, en tercer trimestre de gestación de la Empresa Social del Estado (ese Metrosalud (Medellín, 2011-2012, con datos de hemoglobina, volumen corpuscular medio, concentración de hemoglobina corpuscular media e ingesta de suplemento de hierro. La ferritina sérica se analizó en 178 gestantes, controlada por proteína C-reactiva. Se utilizaron medidas de tendencia central, dispersión, porcentajes y pruebas de Chi2 , anova, Kruskal-Wallis y U de Mann-Whitney. Resultados: la prevalencia de anemia fue 17,1% en el tercer trimestre de gestación y por deficiencia de hierro, 51%. La mediana de ferritina sérica fue 13,3 µg/L (RQ: 7,7 µg/L-17,9 µg/L; sólo el 5,6% (n = 9 presentó valores adecuados de ferritina. Las madres que tomaron suplemento de hierro diariamente presentaron mejores concentraciones de hemoglobina y ferritina, frente a aquellas que no lo hicieron, Hb 12,1g/dL vs. 11,7 g/dL (p = 0,019 y ferritina sérica 14,6 µg/L vs. 7,0 µg/L (p = 0,000. Discusión: hubo altas prevalencias de anemia y ferropenia en las gestantes, asociadas con la no adherencia al suplemento de hierro Objetivo: analizar el estado nutricional del hierro en gestantes adolescentes de tercer trimestre. Metodología: estudio analítico de corte transversal con 276 adolescentes entre 10 y 19 años, en tercer trimestre de gestación de la Empresa Social del Estado (ese Metrosalud (Medellín, 2011-2012, con datos de hemoglobina, volumen corpuscular medio, concentración de hemoglobina corpuscular media e ingesta de suplemento de hierro. La ferritina sérica se analizó en 178 gestantes, controlada por proteína C-reactiva. Se utilizaron medidas de tendencia central, dispersión, porcentajes y pruebas de Chi2 , anova, Kruskal-Wallis y U de Mann-Whitney. Resultados: la prevalencia

  12. Gestação e HIV: Preditores da Adesão ao Tratamento no Contexto do Pré-natal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Rigoni Faria

    Full Text Available Este estudo avaliou adesão ao tratamento em gestantes vivendo com HIV. Foram entrevistadas 89 gestantes com HIV, no último trimestre gestacional, que forneceram informações sobre dados sociodemográficos, apoio social, pré-natal e tratamento, além de exames laboratoriais. Constatou-se que 51,7% das gestantes aderiam à medicação. Essas gestantes eram mais escolarizadas, começaram o pré-natal antes, realizaram mais consultas e referiram maior apoio emocional. No modelo de regressão logística, o número de consultas realizadas e a presença de maior apoio emocional foram preditores da adesão. Adesão em gestantes vivendo com HIV ainda é um desafio, mesmo quando há acesso e disponibilidade de tratamento. Início precoce do pré-natal e fortalecimento da rede de apoio social são cruciais para a promoção da adesão em gestantes.

  13. Estado nutricional y ganancia de peso en gestantes peruanas, 2009-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Tarqui-Mamani

    2014-04-01

    Full Text Available Introducción: El estado nutricional materno pregestacional y la ganancia de peso durante el embarazo influyen en las condiciones maternas y perinatales e incrementan el riesgo de peso bajo al nacer, parto prematuro y la mortalidad materna perinatal. Objetivos: Describir el estado nutricional y la ganancia de peso de las gestantes que residen en los hogares peruanos. Diseño: Estudio observacional y transversal. Lugar: Instituto Nacional de Salud, Lima, Perú. Participantes: Gestantes que residen en los hogares peruanos. Intervenciones: La muestra fue probabilística, estratificada, multietápica e independiente en cada departamento del Perú, durante los años 2009 y 2010. De la muestra de 22 640 viviendas se incluyó 552 gestantes que aceptaron participar y se excluyó a las gestantes con discapacidad física que impidiera realizar la antropometría. Las mediciones antropométricas se hicieron según metodología internacional, el estado nutricional se obtuvo mediante el IMC pregestacional y la ganancia de peso se calculó según el Instituto de Medicina de los EE UU. Principales medidas de resultados: Estado nutricional y ganancia de peso de la gestante. Resultados: Se encontró que 1,4% de las gestantes iniciaron el embarazo con peso bajo, 34,9% con peso normal, 47% con sobrepeso y 16,8% con obesidad. Durante el embarazo, 59,1% de las gestantes tuvieron ganancia de peso insuficiente, 20% adecuada y 20,9% excesiva; independiente al IMC pregestacional. La mayoría de las gestantes con sobrepeso y obesidad vivían en la zona urbana y no fueron pobres. Conclusiones: Más de la mitad de las gestantes que residen en los hogares peruanos iniciaron el embarazo con exceso de peso (sobrepeso u obesidad y la mayoría de las gestantes tuvo insuficiente ganancia de peso durante el embarazo.

  14. Suicidio en mujeres gestantes: vivencias y redes de apoyo para las familias que les sobreviven

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María V. Builes-Correa

    2014-09-01

    Full Text Available Resumen Objetivo: describir la vivencia que han tenido las familias de dos mujeres gestantes alrededor de su muerte por suicidio en el Departamento de Antioquia (Colombia durante el año 2010-2011. Metodología: investigación cualitativa, método fenomenológico-hermenéutico, específicamente estudio de casos. Se realizaron entre tres y cuatro entrevistas con cada familia y posteriormente se sistematizaron bajo el software Atlas ti. Resultados: en la familia de Bella se encontró la categoría: la vivencia familiar frente al suicidio: de cómo tornarse aprendiz; de ésta surgieron dos categorías: 1. Su muerte nos afectó por dentro y por fuera; 2. entre la sordera y la potencia de las redes de apoyo. En la familia de Consentida emerge la categoría la vivencia familiar: cómo sobrevivir al dolor, a su vez de ella se derivan dos tendencias: 1. Ampliando y rompiendo redes: 2. atando cabos. Conclusiones: las familias del estudio han ido sobreponiéndose al evento en tanto han logrado reconocimiento por parte de redes colaborativas, potenciadoras y vinculantes que han permanecido a lo largo del tiempo. En su vivencia las familias han logrado tomar distancia de la elección de sus familiares gestantes y han seguido valientemente sobreponiéndose a su pérdida. Abstract Objective: to describe the experiences of the families of two pregnant women who committed suicide in the Department of Antioquia (Colombia during 2010-2011. Methodology: a qualitative study using the hermeneutic phenomenological approach, specifically the case study method. Three to four interviews were conducted with each family. These interviews were later systematized using the Atlas ti software. Results: the category “family experience in the event of suicide: on how to become a learner” was found in the family of Bella, and two categories emerged from it: 1. “Her death affected us both internally and externally.” 2. “Between deafness and the power of the support

  15. Licença-maternidade e estabilidade da gestante para homens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Assis Moreira Silva Júnior

    2014-04-01

    Full Text Available RESUMO Neste artigo são tratados casos em que o modelo de proteção exige alterações pontuais em relação aos personagens, garantindo-se o direito à estabilidade-gestante e à licença-maternidade não apenas à mulher, mas também ao homem, em alguns casos excepcionais que abordamos, quais sejam, viúvo cujo falecimento da esposa tenha se dado por complicações decorrentes do parto, genitor solteiro, casal homoafetivo e genitor ou futuro genitor que seja o único provedor da renda familiar. Há necessidade de compatibilização entre as matérias normativas de diferentes disciplinas, com alterações legislativas que aumentem o manto protetor, com especial atenção para a entidade familiar, que goza de especial proteção do Estado. Mas isso não impede o gozo de tais direitos para os casos excepcionais mencionados, tendo em vista a interpretação sistemática do texto constitucional.   ABSTRACT This article deals with cases where the protection model requires specific changes in relation to the characters, ensuring the right to pregnancy stability and maternity leave, not only to women but also to men, in some exceptional cases that we discussed about, as a widower whose wife’s death has been given from complications through childbirth, single parent, homosexual couple and future parent who is the unique provider of the family income. There is need for compatibility between the normative subjects from different disciplines, with legislative changes that increase the protective mantle, with special attention to the family entity, which enjoys special protection by the State. But this does not prevent the enjoyment of such rights to the exceptional cases mentioned, in view of the systematic interpretation of the constitutional text.

  16. Aplicación del proceso enfermero en gestante hemodializada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloísa Fernández Ordóñez

    Full Text Available Resumen La frecuencia de las gestaciones en mujeres en tratamiento con hemodiálisis está incrementándose en los últimos años. El aumento de fertilidad en estas pacientes se debe a la mejora de la eficacia de la diálisis, junto con el manejo clínico de la insuficiencia renal. Sin embargo, el embarazo de las pacientes hemodializadas sigue siendo un reto, debido a frecuentes complicaciones como la preeclampsia, la prematuridad severa, el polihidramnios, etc. Actualmente, se constata el ascenso de la tasa de supervivencia fetal y la disminución de la morbi-mortalidad materno-fetal. Presentamos el caso de una gestante en tratamiento con hemodiálisis que presenta una amenaza de parto prematuro a la 27+2 semanas de gestación. Se han formulado diagnósticos enfermeros siguiendo la taxonomía NANDA-NOC-NIC, con la finalidad de visibilizar la necesidad de un adecuado plan de cuidados en estas pacientes.

  17. Transtornos mentais na gravidez e condições do recém-nascido: estudo longitudinal com gestantes assistidas na atenção básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daisy Oliveira Costa

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi verificar a presença e a associação entre diagnósticos prováveis de transtornos mentais em gestantes da atenção básica e condições dos recém-nascidos. Estudo longitudinal com gestantes (18 a 39 anos, no segundo e terceiro trimestres da gravidez, assistidas na atenção básica da região Metropolitana de São Paulo (fevereiro a agosto/2014. Foram aplicados: questionário sociodemográfico, instrumento para Avaliação de Transtornos Mentais na Atenção Primária e entrevista sobre informações e percepção do comportamento do recém-nascido. Das 300 gestantes entrevistadas, 76 apresentaram diagnóstico provável de transtorno mental, sendo que 46 apresentavam sintomas de depressão/distimia e 58, ansiedade/pânico. Observou-se baixo peso ao nascer e prematuridade em 14 e 19 dos recém-nascidos, respectivamente, e não foi verificada associação com diagnósticos prováveis de transtorno mental; a presença destes associou-se com a percepção materna de alterações no comportamento do recém-nascido. Gestantes em acompanhamento de pré-natal de baixo risco apresentam frequência relevante de transtornos mentais, logo, a identificação dessas alterações na gestação pode colaborar para melhor compreensão da dinâmica do binômio mãe-filho e na qualidade na assistência à família.

  18. Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis do Rio de Janeiro e Porto Alegre Risks differences of HIV infection between injection drug users in Rio de Janeiro and Porto Alegre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel De Boni

    2005-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: No Brasil, aproximadamente 19 mil pessoas adquiriram o vírus HIV por meio do uso de drogas injetáveis desde o início da epidemia, com a soroprevalência em amostras destes usuários variando entre 25% e 65%. O objetivo deste estudo é comparar os comportamentos de risco para infecção por HIV entre amostras de usuários de cocaína injetável do Rio de Janeiro e de Porto Alegre. MÉTODOS: Comparação entre dados de estudos transversais conduzidos em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. Um grupo de 250 indivíduos que haviam utilizado cocaína injetável nos seis meses prévios à coleta respondeu ao RBA (Risk Behaviour Assessement e realizou testagem anti-HIV em ambos os centros. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significativa entre os dados demográficos, exceto entre as médias de idade (31 anos no Rio de Janeiro e 28 anos em Porto Alegre. Em Porto Alegre, houve maior uso de cocaína injetável e maior número de comportamentos de risco relacionados a este uso. No Rio de Janeiro, houve mais comportamentos sexuais de risco e uso mais freqüente de cocaína aspirada e álcool. DISCUSSÃO: Os usuários de cocaína injetável das duas regiões estudadas apresentavam freqüências diferentes nos comportamentos de risco para HIV, e estes comportamentos parecem estar relacionados com o tipo, a via e a freqüência das drogas utilizadas. Os dados foram coletados entre 1994 e 1997, quando o uso de crack era menor nestas cidades, o que pode ter alterado o padrão atual de comportamentos de risco para HIV em usuários de cocaína.INTRODUCTION: In Brazil, about 19.000 of HIV cases have been attributed to injection drug use, with the seroprevalence among such samples ranging from 25% to 65%. The aim of this study is to compare drug using and HIV risk behaviors among injection cocaine users in Rio de Janeiro and Porto Alegre. METHODS: Comparative analysis of cross-sectional data from two studies conducted in Porto Alegre and

  19. Prescrições para tratamento de malária não complicada em gestantes na Amazônia Legal: evidências do Projeto Mafalda*

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Chama Borges Luz

    2013-06-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar prescrições de antimaláricos segundo indicadores de qualidade e descrever relatos de eventos adversos entre gestantes com malária não complicada. Métodos: Estudo descritivo de prontuários de gestantes maiores de 15 anos, residentes em municípios de alto risco na Amazônia Legal. Antimaláricos caracterizados segundo frequência de prescrição, tipo de plasmódio e de unidade de saúde de atendimento, e de possíveis eventos adversos. Para comparação das variáveis estudas utilizou-se o teste do qui-quadrado de Pearson. Resultados: Foram avaliados 262 prontuários de gestantes. A maioria das gestantes pesquisadas recebeu diagnóstico de infecção por P. vivax (71,2%. Cloroquina foi o fármaco mais prescrito (65,6%. Fármacos não recomendados foram encontrados em 9,0% e 16,2% das prescrições para P. vivax e P. falciparum , respectivamente. Prescrições para P. falciparum , em proporção significativamente maior, contiveram esquemas e posologia e/ou duração do tratamento não adequados ao protocolo oficial (p = 0,001, bem como sem especificação da posologia (p = 0,004. Não houve diferenças significativas entre hospitais de referência e unidades básicas de saúde quanto aos esquemas de tratamento, proporções de prescrições contendo esquemas de tratamento não adequados e sem especificação da posologia. Cloroquina foi o fármaco mais envolvido em ocorrências de eventos adversos. Conclusões: Os resultados mostraram deficiências na prescrição de antimaláricos para gestantes, especialmente quanto à adequação ao protocolo oficial.

  20. Efectividad de la funcionalidad familiar en familias con adolescentes gestantes y adolescentes no gestantes Efetividade da funcionalidade familiar no caso de famílias de adolescentes grávidas e adolescentes não grávidas Effectiveness of family functionality in families with pregnant and non pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra García Rueda

    2011-07-01

    Full Text Available Esta investigación tiene como objetivo comparar la evaluación de la efectividad de la funcionalidad familiar de familias con adolescentes gestantes, y no gestantes, atendidas en la Empresa Social del Estado, Instituto de Salud de Bucaramanga (ESE Isabu, durante el primer semestre de 2009. Es un estudio comparativo, transversal, cuantitativo, realizado con la participación de 77 familias con adolescentes gestantes y 104 familias con adolescentes no gestantes, en las cuales los informantes fueron de cada familia: la adolescente gestante o no gestante, y un familiar que viviera en el mismo hogar de la adolescente participante en el estudio. Para la recolección de la información se utilizó el instrumento ASF-E, de María Luisa Friedemann (1, que mide el nivel de efectividad de la funcionalidad familiar por medio de las dimensiones: cambio, mantenimiento, individuación, coherencia, y las metas: espiritualidad, crecimiento, control, estabilidad del sistema familiar. En los resultados se encontró que las familias con adolescentes gestantes presentan un nivel alto de efectividad de la funcionalidad familiar, referido por las adolescentes gestantes (49,4% y sus familiares (54,5%; mientras que las familias con adolescentes no gestantes presentan un nivel intermedio de efectividad, referido tanto por adolescentes no gestantes como por sus familiares, con igual porcentaje: 57,7%. En conclusión, existen diferencias estadísticamente significativas entre los dos grupos de familias, sobre la efectividad de la funcionalidad familiar, identificada en la prueba T con p: 0,012. Igualmente hay diferencias en las metas de estabilidad (p 0,009 y control (p 0,007 y en las dimensiones de coherencia (p 0,013 y mantenimiento del sistema familiar (p 0,033.Esta pesquisa visa comparar a avaliação da efetividade da funcionalidade familiar das famílias de adolescentes grávidas e não grávidas; atendidas na Empresa Social do Estado Instituto de Saúde de

  1. Influência da altura e ganho de peso maternos e de idade gestacional sobre o peso do recém-nascido: estudo de 3 grupos de gestantes normais The influence of maternal height and weight gain and gestational age on the newborn's weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1975-09-01

    Full Text Available Foi estudada em 1.354 gestantes normais, a influência da altura e ganho de peso maternos e da idade gestacional sobre o peso do recém-nascido. Verificou-se que as gestantes que deixaram de ganhar peso em controles mensais e as que tinham 1,49 m ou menos de altura apresentaram maior risco de terem recém-nascido de baixo peso. O maior aumento de peso fetal ocorre entre a 36ª e 40ª semanas de gravidez. Foi construída uma curva ponderal para gestantes normais, que possibilita a identificação de gestantes desnutridas ou obesas. Foi testada a curva de crescimento intrauterino de Tanner e Thomson, verificando-se sua aplicabilidade em nosso meio.The influence of maternal height and maternal weight gain and gestational age on the newborn's weight was studied in 1.354 pregnant women. The pregnant women who stopped gaining weight in monthly follow-ups and those whose height was 1.49 m or under presented a greater probability of having low weight babies at birth. The largest foetal weight gain was between the 36th and 40th week of pregnancy. A normal weight curve that permits the identification of undernourished and overweight preganant women was built The Tanner and Thomsen intrauterine growth diagramme and its applicability among our population was pointed out.

  2. Canto pré-natal: alquimias sonoras para gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Trasel Martins

    2017-10-01

    Full Text Available Este artigo irá focar no canto pré-natal; nos benefícios da música e do canto durante a gestação; na audição do feto no ventre e na escuta da gestante do seu corpo. Como metodologia para pesquisar sobre estes temas foram realizados estudos teóricos nas áreas da musicoterapia obstétrica, da terapia sonora e da medicina e também foram realizadas práticas de canto pré-natal. Arte, movimento e saúde são integrados com as alquimias sonoras para ampliar a consciência da corporeidade da mulher durante a gestação. Com cantos femininos em um círculo de mulheres, nos apoiamos e nos fortalecemos durante a gestação e enviamos vibrações sonoras harmoniosas para o bebê no ventre. ABSTRACT This article will focus on prenatal singing; on the benefits of music and singing during pregnancy; on the baby's hearing in the womb and on the listening of the pregnant woman to her body. To determine the methodology for researching these themes, theoretical studies were done in obstetrical music therapy, sound therapy, medicine and also practical research in prenatal singing classes. Art, movement and health are integrated with sound alchemy to widen the woman’s body awareness during pregnancy. With feminine chants in a circle of women, we support and strengthen ourselves during pregnancy and we send harmonious sounds vibrations to the baby in the womb. KEYWORDS Prenatal singing, prenatal music, pregnancy, listening, consciousness.

  3. Baixa autoestima situacional em gestantes: uma análise de acurácia

    OpenAIRE

    Cavalcante, Joyce Carolle Bezerra; Sousa, Vanessa Emille Carvalho de; Lopes, Marcos Venícios de Oliveira

    2012-01-01

    Para investigar a acurácia de características definidoras do diagnóstico Baixa autoestima situacional, realizou-se um estudo transversal, com 52 gestantes atendidas num centro de atendimento familiar. Utilizou-se a taxonomia da NANDA-I e a escala de Rosenberg. O diagnóstico esteve presente em 32,7% das gestantes e todas as características apresentaram associação estatística com o diagnóstico, exceto "Relata verbalmente desafio situacional ao seu próprio valor". As características com maior se...

  4. Prevalencia de la infección por virus de Epstein Barr (VEB en mujeres gestantes y con aborto, durante las primeras semanas de embarazo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariangel Ramos

    2013-12-01

    Full Text Available El virus de Epstein-Barr (VEB es un agente patógeno común para los humanos y su efecto en la infección vertical es poco estudiado. Durante el embarazo hay riesgo a contraer infecciones que afectan al feto. La infección adquirida antes del nacimiento ocasiona abortos, mortinatos, malformaciones, retraso en el crecimiento intrauterino, prematuridad y secuelas por infección postnatal crónica. Los efectos inmediatos o a largo plazo representan un problema a nivel mundial. Durante el embarazo se ha mostrado una prevalencia del 98% y aproximadamente el 40% de las embarazadas son susceptibles y transmitirán el virus al feto. Los actuales exámenes clínicos de rutina revelan pocos hallazgos específicos en la madre pues en su mayoría la infección por VEB tiene un curso asintomático. La poca efectividad en su tratamiento hace que la prevención y el diagnóstico sean de gran importancia. Se conoce que el VEB se mantiene latente en el 90% de los pacientes después de la infección primaria y que la infección puede ser reactivada debido a diversos factores como el estrés crónico, posiblemente debido a la disminución de la respuesta inmune celular. En la presente investigación se evaluó la prevalencia de la infección por VEB en mujeres gestantes y con aborto que se encontraban durante las primeras 15 semanas de embarazo. Las muestras de pacientes de la consulta de obstetricia en diferentes ambulatorios de los Municipios Libertador y Campo Elías del Estado Mérida y de mujeres en la sala de emergencia obstétrica del Instituto Autónomo Hospital Universitario de Los Andes (IAHULA que acudieron por aborto durante las primeras semanas, se analizaron con una prueba ELISA para la detecctar anticuerpos séricos de tipo IgG VCA-VEB que no discriminan entre una primoinfección y una infección pasada. El 35% de la población de estudio fueron 9 mujeres en gestación sin antecedente de aborto y el 65% corresponde a 17 mujeres que historia previa

  5. Psychiatric patients' return for HIV/STI test results in mental health centers Devolución de los resultados de exámenes serológicos de VIH/ITS entre pacientes psiquiátricos en los servicios de salud mental Devolução dos resultados de exames sorológicos de HIV/IST entre pacientes psiquiátricos nos serviços de saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Souto Melo

    2012-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess individual and/or health service factors associated with patients returning for results of HIV or sexually transmitted infection (STI tests in mental health centers. METHODS: Cross-sectional national multicenter study among 2,080 patients randomly selected from 26 Brazilian mental health centers in 2007. Multilevel logistic regression was used to assess the effect of individual (level 1 and mental health service characteristics (level 2 on receipt of test results. RESULTS: The rate of returning HIV/STI test results was 79.6%. Among health service characteristics examined, only condom distribution was associated with receiving HIV/STI test results, whereas several individual characteristics were independently associated including living in the same city where treatment centers are; being single; not having heard of AIDS; and not having been previously HIV tested. CONCLUSIONS: It is urgent to expand HIV/STI testing in health services which provide care for patients with potentially increased vulnerability to these conditions, and to promote better integration between mental health and health services.OBJETIVO: Analizar factores asociados a la recepción de resultados de exámenes serológicos para VIH y otras infecciones de transmisión sexual (ITS entre pacientes psiquiátricos. MÉTODOS: Estudio de corte transversal multicéntrico nacional de 2.080 participantes seleccionados aleatoriamente entre 26 instituciones brasileñas de salud mental en 2007. El efecto del individuo (nivel 1 y de los servicios de salud mental (nivel 2 en la recepción de los resultados de los exámenes fue evaluado utilizándose regresión logística multinivel. RESULTADOS: La proporción de retorno de los resultados de exámenes VIH/ITS fue 79,6%. Entre las características individuales, hubo asociación del desenlace con: vivir en la misma ciudad donde se encontraban los servicios, ser soltero, no haber escuchado hablar sobre el sida, y no haber

  6. Comparing caring practices between two groups of pregnant women in the city of Sincelejo Comparación de las prácticas de cuidado en dos grupos de gestantes en la ciudad de Sincelejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GARCÍA GARCÍA LUZ MARINA

    2008-07-01

    gestantes adolescentes y otro grupo de gestantes adultas que asisten a control prenatal en Sincelejo, durante los meses de julio y septiembre de 2006, se desarrolló un estudio descriptivo, cuantitativo y transversal, con una muestra de 97 gestantes adolescentes entre 15 y 19 años y de 153 gestantes adultas entre 20 y 45 años, sin patologías asociadas, a quienes se les aplicó un instrumento sobre prácticas de cuidado, validado por la Universidad Nacional de Colombia, sede Bogotá. Estas prácticas se clasificaron en buenas, regulares y malas, en los dos grupos, para establecer la comparación cuantitativa de las mismas. Los principales resultados fueron: diferencias estadísticamente significativas en las dimensiones de estimulación prenatal, higiene y cuidados personales, alimentación y sustancias no beneficiosas; en estas cuatro dimensiones el resultado de buenas prácticas fue más favorable para las gestantes adultas; no se encontró diferencia significativa en las dimensiones de ejercicio y descanso, y sistemas de apoyo. La mayoría de las gestantes adultas (81,7% realizaban actividades domésticas que les producían cansancio; 23,53% no desarrollaban actividades recreativas; 25,77% de las gestantes adolescentes y 41,18% de las gestantes adultas consumían lácteos. 19,59% de las gestantes adolescentes y 6,54% de las adultas no evitaban el consumo de licor y 4,12% de las gestantes adolescentesy0,65% de lasgestantes adultas habían consumido sustancias psicoactivas. Tanto adolescentes (68,04% como adultas (52,29% realizaban prácticas de estimulación prenatal catalogadas como regulares. Solo 31,37% de las gestantes adultas y 21,65% de las gestantes adolescentes tenían prácticas adecuadas de estimulación prenatal.

  7. Comparación de las prácticas de cuidado en dos grupos de gestantes en la ciudad de Sincelejo Comparing caring practices between two groups of pregnant women in the city of Sincelejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUZ MARINA GARCÍA GARCÍA

    2008-07-01

    Full Text Available Para comparar las prácticas de cuidado que realizan consigo mismas y con su hijo por nacer un grupo de gestantes adolescentes y otro grupo de gestantes adultas que asisten a control prenatal en Sincelejo, durante los meses de julio y septiembre de 2006, se desarrolló un estudio descriptivo, cuantitativo y transversal, con una muestra de 97 gestantes adolescentes entre 15 y 19 años y de 153 gestantes adultas entre 20 y 45 años, sin patologías asociadas, a quienes se les aplicó un instrumento sobre prácticas de cuidado, validado por la Universidad Nacional de Colombia, sede Bogotá. Estas prácticas se clasificaron en buenas, regulares y malas, en los dos grupos, para establecer la comparación cuantitativa de las mismas. Los principales resultados fueron: diferencias estadísticamente significativas en las dimensiones de estimulación prenatal, higiene y cuidados personales, alimentación y sustancias no beneficiosas; en estas cuatro dimensiones el resultado de buenas prácticas fue más favorable para las gestantes adultas; no se encontró diferencia significativa en las dimensiones de ejercicio y descanso, y sistemas de apoyo. La mayoría de las gestantes adultas (81,7% realizaban actividades domésticas que les producían cansancio; 23,53% no desarrollaban actividades recreativas; 25,77% de las gestantes adolescentes y 41,18% de las gestantes adultas consumían lácteos. 19,59% de las gestantes adolescentes y 6,54% de las adultas no evitaban el consumo de licor y 4,12% de las gestantes adolescentesy0,65% de lasgestantes adultas habían consumido sustancias psicoactivas. Tanto adolescentes (68,04% como adultas (52,29% realizaban prácticas de estimulación prenatal catalogadas como regulares. Solo 31,37% de las gestantes adultas y 21,65% de las gestantes adolescentes tenían prácticas adecuadas de estimulación prenatal.In order to compare the care practices that a group of pregnant women exercise in respect of themselves and their

  8. Impacto do estado nutricional no peso ao nascer de recém-nascidos de gestantes adolescentes Nutritional status impact on the birth weight of newborns pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Fontes Ferreira da Silva Guerra

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o impacto do estado nutricional de gestantes adolescentes no peso do recém-nascido. MÉTODOS: EM Estudo de coorte histórica foram avaliadas 97 gestantes adolescentes atendidas no período de maio a junho de 2004 e seus recém-nascidos. Foram incluídas gestantes entre 10 e 19 anos, internadas em trabalho de parto, e excluídas aquelas com gravidez múltipla, complicações gestacionais, idade gestacional menor do que 37 semanas e dados incompletos no prontuário. A avaliação do estado nutricional materno incluiu altura, índice de massa corporal (IMC pré-gestacional, ganho de peso gestacional (GPG e consumo calórico e protéico, obtidos por relatórios de consumo alimentar habitual no final do terceiro trimestre gestacional. A associação entre as variáveis maternas (altura, IMC pré-gestacional, GPG e consumo e o peso do recém-nascido foi analisada pelo teste de correlação de Spearman. O nível de significância de erro alfa foi de 5% (pPURPOSE: to evaluate the impact of the nutritional status of pregnant adolescents on the birth weight. METHODS: a cohort study including 97 adolescents and their respective newborns, evaluated from May to June, 2004. Pregnant women from 10 to 19 years old in labor were included in the study, and those with multiple pregnancies, complications, less than 37 weeks gestation, and incomplete data records were excluded. Maternal nutritional status evaluation included height, body mass index (BMI before pregnancy, gestational weight gain (GWG and caloric-proteic intake, obtained by habitual food intake recordatory by the end of the third gestational trimester. The association between maternal variables (height, pre-gestational BMI, GWG and intake and the newborn weight was analyzed by Spearman's correlation test. Statistical significance was assumed when p<0.05. RESULTS: the mean age was 17.8±1.12 years old. Most adolescents (66% started pregnancy with adequate weight, 29% had low weight

  9. Relación entre médicos y pacientes con VIH: influencia en apego terapéutico y calidad de vida Relação entre médicos e pacientes com HIV: influência na adesão terapêutica e qualidade de vida Relationship between physicians and HIV patients: influence on adherence and quality of life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Herrera

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analizar factores de la relación con los médicos que afectan la adherencia terapéutica y la calidad de vida de las personas con VIH/Sida. MÉTODOS: Estudio cualitativo realizado en México en 2003 con informantes reclutados en grupos de autoayuda y organizaciones no gubernamentales de VIH/Sida y servicios de infectología de hospitales públicos. Fueron entrevistadas 40 personas viviendo con VIH/Sida y cinco líderes de grupos de autoapoyo. Para la recolección de datos los informantes respondieron un cuestionario sociodemográfico y entrevistas en profundidad sobre la experiencia de vivir con VIH/sida, incluyendo los tratamientos, la percepción de la enfermedad, la calidad de vida, la salud física y emocional y la relación con los médicos. Las respuestas fueron grabadas, transcritas y organizadas por temas en base a códigos, usando un análisis inductivo. RESULTADOS: La edad de la mayoría de los entrevistados varió entre 26 y 45 años. Los principales problemas durante la búsqueda de atención se relacionaron con la falta de conciencia de riesgo y de información entre las personas viviendo con VIH/Sida y los médicos. Los médicos mostraron falta de capacitación en VIH/Sida. En la etapa de continuidad de la atención, los problemas se relacionaron con una adherencia terapéutica deficiente, producto principalmente de la falta de comunicación con los médicos y de la discriminación en los servicios públicos. CONCLUSIONES: De manera general se observaron problemas de información; falta de capacitación y paternalismo por parte de los médicos, y estigma social de las personas viviendo con VIH/Sida asociado a la epidemia.OBJETIVO: Analisar fatores no relacionamento com médicos que afetam a adesão terapêutica e a qualidade de vida de pessoas com o (HIV/Aids. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado no México, em 2003, com informantes recrutados em grupos de auto-ajuda e organizações não-governamentais de HIV/Aids e

  10. Relación entre el virus humano herpes 8 y el sarcoma de Kaposi en pacientes positivos y negativos para el VIH Relationship between human herpes virus 8 and Kaposi sarcomain HIV positive and negative patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BEATRIZ OROZCO

    2007-09-01

    Full Text Available Introducción. Parece existir una relación de causalidad entre la infección por el virus humano herpes 8 ( human Herpesvirus 8, HHV-8 y el desarrollo de sarcoma de Kaposi, especialmente en la población positiva para virus de inmunodeficiencia humana (VIH. Objetivo. Fue determinar la relación entre los resultados serológicos positivos para HHV-8 y el sarcoma de Kaposi en pacientes positivos y negativos para VIH de Medellín, buscando la relación con distintas variables. Materiales y métodos. Es un estudio descriptivo, de cohorte, prospectivo, del suero de 98 pacientes de diferentes instituciones de salud de Medellín, los cuales se dividieron en cuatro grupos para determinar por inmunofluorescencia su seropositividad frente a HHV-8 y poder asociar en forma univariada y bivariada con diferentes variables. Resultados. Se estudiaron 98 sueros. En el grupo de pacientes con sarcoma de Kaposi y VIH, 83,3% fueron positivos para HHV- 8, en el grupo sin sarcoma de Kaposi pero con sífilis, 20,8% fueron positivos para HHV-8, en el grupo sin sarcoma de Kaposi pero VIH positivos, 8% fueron positivos para HHV-8 y en el grupo de sueros de banco de sangre, 4% fueron positivos para HHV-8. La presencia de sarcoma de Kaposi no tuvo relación con la evolución de la enfermedad por VIH ni con el recuento de CD4/ml. Conclusiones. El HHV-8 circula en nuestro medio y existe una relación entre la infección por este virus y el desarrollo de sarcoma de Kaposi, especialmente en pacientes con enfermedades de transmisión sexual y VIH positivos.Background: Apparently, there is a relationship between human Herpesvirus 8 (HHV-8 infection and Kaposi´ sarcoma, especially in HIV-positive population. Objectives: To define the relationship between seropositivity against HHV- 8 and Kaposi´ sarcoma in an HIV positive and negative population from Medellín, looking for its relationship with different variables. Methods: It is a descriptive, cohort, prospective study which

  11. Enfermedad hipertensiva en la gestante: Resultados de un servicio Hypertensive disease in the pregnant woman: Results of a service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Asunción Álvarez Ponce

    2008-09-01

    Full Text Available La preeclampsia constituye una de las principales causas de mortalidad materna en el mundo. Se realizó un estudio retrospectivo, longitudinal y descriptivo en el Hospital Docente Ginecoobstétrico de Guanabacoa de los años 2004 y 2005, de todas las gestantes que ingresaron en la Sala de Cuidados Perinatales, clasificadas como hipertensas, y que tuvieron su parto en igual período. El grupo estudio correspondió a 71 pacientes. Se tomó como grupo control igual número de gestantes que tuvieron su parto en el mismo período, y que no eran hipertensas ni presentaron la enfermedad durante la gestación. Predominó la preeclampsia como entidad única o asociada a una hipertensión crónica. Entre los factores de riesgo fueron más frecuentes la nuliparidad con un 45,1 %, el sobrepeso y la obesidad (22,5 y 25,4 % respectivamente, lo cual resultó de gran significación estadística. Fue significativa la diferencia en el parto por cesárea (77,5 % en el grupo estudio, en relación con el parto transpelviano. También el bajo peso tuvo diferencias estadísticas significativas (21,1 %. La morbilidad materna fue baja.Preeclampsia is one of the main causes of maternal mortality in the world. A retrospective, longitudinal and descriptive study was conducted in the Gynecoobstetric Hospital of Guanabacoa in 2004 and 2005. All the expectants admitted in the Perinatal Care Ward that were classified as hypertensive and that delivered in the same period were studied. The study group was composed of 71 patients. The same number of pregnant women that gave birth during this period were included in the control group. They were not hypertensive and and they did not suffer from this disease during pregnancy. Preeclampsia predominated as a unique entity or associated with chronic hypertension.The most common risk factors were nuliparity with 45.1 %, overweight and obesity (22.5 and 25.4 %, respectively, which had a great statistical significance. In the study group

  12. Avaliação da dieta de gestantes com sobrepeso Evaluation of diet of overweight pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth do NASCIMENTO

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o consumo alimentar e verificar a adequação de calorias e de alguns nutrientes em gestantes com sobrepeso pré-gestacional. Estudou-se uma amostra de 110 gestantes que freqüentavam ambulatório de assistência pré-natal na cidade de São Paulo. A alimentação foi verificada pelo método de inquérito recordatório de 24 horas. A proporção dos macronutrientes foi de 55% de carboidratos, 16% de proteínas e 29% de lipídios. A média de energia da dieta foi de 1736 kcal. Entre os micronutrientes analisados, apresentaram consumo inadequado: o cálcio, com aproximadamente 50% de adequação; o ferro, com 33%; e o folato, com 43%. A dieta mostrou-se satisfatória em energia e insuficiente em relação ao cálcio, ao ferro e ao folato. Estes dados permitem supor a existência de deficiências nutricionais específicas no grupo estudado.The objective of this study was to verify the adequacy of calories and some nutrients intake in pregnant women with pregestational overweight. A sample of 110 pregnant women, attending a prenatal assistance ambulatory of the city of São Paulo (Brazil, was evaluated. The diet was investigated by the 24-hour recall method. The proportion of macronutrients was 55% of carbohydrates, 16% of proteins and 29% of lipids. The median caloric consumption was 1736 cal. The intake of some micronutrients was fitting the recommendations in about 50% for calcium, 33% for iron and 43% for folate. The diet calories were satisfactory, but the amounts of calcium, iron and folate were insufficient. These data permit a presumption of the presence of specific nutritional deficiencies in the studied group.

  13. Resultados maternos e perinatais em gestantes portadoras de leucemia Maternal and perinatal outcomes in pregnant women with leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2011-08-01

    Full Text Available RESUMO OBJETIVO: Descrever as complicações maternas e os resultados perinatais entre as gestantes com diagnóstico de leucemia que foram acompanhadas no pré-natal e no parto em hospital universitário. MÉTODOS: Estudo retrospectivo do período de 2001 a 2011, que incluiu 16 gestantes portadoras de leucemia acompanhadas pela equipe de pré-natal especializado em hemopatias e gestação. Nas leucoses agudas, diagnosticadas após o primeiro trimestre, a recomendação foi realizar a quimioterapia apesar da gestação em curso. Nas gestantes com leucoses crônicas, quando controladas do ponto de vista hematológico, foram mantidas sem medicação durante a gravidez, ou, foi introduzida terapêutica antineoplásica após o primeiro trimestre. Foram analisadas as complicações maternas e os resultados perinatais. RESULTADOS: A leucemia linfoide aguda (LLA foi diagnosticada em cinco casos (31,3%, a leucemia mieloide aguda (LMA em dois casos (12,5% e a leucemia mieloide crônica (LMC em nove casos (56,3%. Nos casos de leucemias agudas, dois (28,6% casos foram diagnosticados no primeiro trimestre, dois (28,6% no segundo e três (42,9% no terceiro. Duas gestantes com LLA diagnosticada no primeiro trimestre optaram pelo aborto terapêutico. Quatro casos de leucemia aguda receberam tratamento quimioterápico na gestação, com diagnóstico estabelecido após a 20ª semana. Em um caso de LLA com diagnóstico tardio (30ª semana a quimioterapia foi iniciada após o parto. Todas as gestantes com leucemia aguda evoluíram com anemia e plaquetopenia, quatro casos (57,1% evoluíram com neutropenia febril. Das gestantes com LMC, quatro utilizavam mesilato de imatinibe quando engravidaram, três delas suspenderam no primeiro trimestre e uma no segundo. Durante a gravidez, três (33,3% não necessitaram de terapêutica antineoplásica após suspensão do imatinibe; e em seis (66,7% foram utilizadas as seguintes drogas: interferon (n=5 e/ou hidroxiureia (n=3. No

  14. The gap between knowledge on HIV/AIDS and sexual behavior: a study of teenagers in Vespasiano, Minas Gerais State, Brazil La laguna entre el conocimiento sobre VIH/SIDA y el comportamiento sexual: una investigación con adolescentes de Vespasiano, Minas Gerais, Brasil A lacuna entre o conhecimento sobre HIV/AIDS e o comportamento sexual: uma investigação com adolescentes de Vespasiano, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio Marcos de Andrade Goulart

    2013-05-01

    Full Text Available The aim of this study was to investigate gaps between knowledge on HIV/AIDS and sexual behavior among teenagers. The study used a cross-sectional design with a representative random sample of 1,158 teenagers (14 to 19 years of age enrolled in nine public secondary schools and who answered validated questionnaires. Data analysis included descriptive statistics and tests of hypotheses (chi-square, Mann-Whitney and Kruskal-Wallis, Kendall, and Fisher's exact test. The vast majority of the teenagers (98.7% expressed doubt on at least one question. Condom use during first sexual intercourse was significantly associated with condom use in sexual relations in the previous six months. There was no statistical association between knowledge on HIV/AIDS and frequency of condom use or number of sexual partners. Health actions are needed that link schools to health services, in addition to not only elaborating appropriate information but also valorizing teenagers' individuality in the development of proposalsEl objetivo fue investigar las lagunas entre el conocimiento sobre el VIH/SIDA y el comportamiento sexual en adolescentes de enseñanza media. Delineación transversal con muestra representativa y aleatoria de 1.158 adolescentes entre 14 a 19 años, matriculados en nueve escuelas públicas que respondieron a cuestionarios validados. El análisis de los datos implicó estadística descriptiva y tests de hipótesis (chi-cuadrado, Mann-Whitney y Kruskal-Wallis, Kendal y test exacto de Fisher. La mayoría de los adolescentes (98,7% presentó dudas en alguna cuestión propuesta. El uso del preservativo en la primera relación sexual influenció el uso en las relaciones de los últimos seis meses. No hubo asociación estadística entre el conocimiento sobre VIH/SIDA con la frecuencia del uso de preservativo y la multiplicidad de compañeros sexuales. Es necesaria la implementación de acciones en salud que articulen la escuela a los servicios de salud y que

  15. Comparison among dental, skeletal and chronological development in HIV-positive children: a radiographic study Comparação entre o desenvolvimento dentário, ósseo e cronológico em crianças HIV+: estudo radiográfico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Maria Holderbaum

    2005-09-01

    Full Text Available The goal of this study was to evaluate skeletal, dental and chronological development in an HIV-positive group of children, as compared with a control group, during a four-year period. Panoramic radiographs and hand and wrist radiographs of 60 children were taken. The children, of both sexes, aged 5 years and 2 months to 15 years and 5 months, were selected as follows: 30 HIV-positive volunteers who had acquired the disease vertically, and 30 volunteers who did not present the HIV infection or any other systemic disease. All radiographs were technically standardized and analyzed according to criteria established by Nolla (dental age, Greulich and Pyle (bone age, and Eklöf and Ringertz (bone age. The results were submitted to Student's t-test at a 5% level of significance. Based on the comparison between the chronological age and the dental or the skeletal age, significant differences were observed between HIV-positive and HIV-negative children, both in 1999 and in 2003 (p Este trabalho teve como objetivo avaliar, em um intervalo de quatro anos, o desenvolvimento ósseo, dentário e cronológico de um grupo de crianças portadoras do HIV, comparando-o com um grupo controle. Foram realizadas radiografias panorâmica e de mão e punho, de uma amostra de 60 crianças, com idades variando entre 5 anos e 2 meses e 15 anos e 5 meses, dos sexos feminino e masculino, sendo: 30 crianças, voluntárias, portadoras de infecção pelo HIV, adquirida verticalmente, e 30 crianças voluntárias, que não apresentavam infecção pelo HIV ou qualquer outra doença sistêmica. Todas as radiografias foram padronizadas tecnicamente e analisadas segundo os critérios dos métodos de Nolla (idade dentária, Greulich e Pyle (idade óssea e Eklöf e Ringertz (idade óssea. Os resultados foram submetidos ao teste estatístico t-Student em um nível de significância de 5%. Verificou-se, através da comparação da idade cronológica com as idades dentária e óssea, que

  16. Surveillance of mother-to-child HIV transmission: socioeconomic and health care coverage indicators Vigilância da transmissão vertical do HIV: indicadores socioeconômicos e de cobertura de atenção à saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christovam Barcellos

    2009-12-01

    TODOS: Estudo ecológico tendo como unidade de análise as áreas de abrangência de unidades básicas de saúde em Porto Alegre, RS, em 2003. Foram utilizados Sistema de Informações Geográficas e ferramentas de análise espacial para calcular indicadores de cobertura da atenção básica à saúde, condições socioeconômicas e prevalência de nascidos vivos expostos ao HIV durante a gravidez e perinatal. Os dados analisados foram obtidos em sistemas de informação nacionais. A associação entre os diferentes indicadores foi avaliada por meio de teste não-paramétrico de Spearman. RESULTADOS: Observou-se associação entre infecção pelo HIV em gestantes com taxas de natalidade (r=0,22, p<0,01 e falta de assistência pré-natal (r=0,15, p<0,05. As maiores taxas de infecção por HIV em gestantes foram verificadas em áreas com piores condições socioeconômicas e dificuldades de acesso a serviços de saúde (r=0,28, p<0,01. No entanto, a relação observada entre a maior freqüência de assistência pré-natal entre gestantes HIV positivas e maior cobertura vacinal nas áreas (r=0,35, p<0,01 indica a capacidade de detecção precoce da infecção pelo HIV em áreas com melhores serviços de atenção básica. CONCLUSÕES: A pobreza urbana representa um forte condicionante da transmissão vertical do HIV mas a atuação de serviços de vigilância em saúde articulados com a atenção básica podem vencer essa tendência.

  17. Evolução clínica e laboratorial de recém-nascidos de mães HIV positivas Clinical and laboratory evolution of children born to HIV positive mothers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Erico Yoshimoto

    2005-04-01

    Full Text Available A transmissão vertical do HIV (vírus da imunodeficiência humana tornou-se o principal alvo da profilaxia com zidovudina (AZT, utilizada durante a gestação, parto e no recém-nascido (RN. OBJETIVO: Caracterizar a evolução clínica e laboratorial de RN de mães portadoras do HIV. MÉTODOS: Estudo prospectivo entre 64 RN de mães portadoras do HIV classificados em dois grupos: grupo A constituído de 23 pares de mães e RN que não receberam o AZT, grupo B constituído de 41 pares que receberam AZT em alguma fase da profilaxia. RESULTADOS: A média de idade materna foi de 26,8 anos, o uso de drogas ilícitas ocorreu em 17,2% das gestantes, 20 (31,3% das gestantes apresentavam doenças. Não houve diferenças significativas entre os grupos quanto a freqüência de pré-natal, doenças maternas, antropometria de nascimento e do crescimento durante o seguimento. Os grupos de estudo apresentaram hemogramas e contagens de linfócitos semelhantes. A negativação sorológica ocorreu em média aos 16 meses. A transmissão vertical ocorreu em seis crianças (9,3% e nenhuma criança foi infectada no subgrupo que recebeu a profilaxia em todas as fases. CONCLUSÃO: A profilaxia com AZT em todos os períodos recomendados e o seguimento a longo prazo dos RN de mães HIV positivas constitui uma das melhores estratégias para prevenção da Aids na infância.The vertical transmission of HIV (Human Immunodeficiency Virus has become the main target of prophylactic Zidovudina (AZT therapy during gestation, parturition as well as for the newborn. BACKGROUND: To characterize the clinical and laboratory evolution of HIV exposed children. METHODS: Prospective study of 64 HIV exposed children, classified into two groups. Group A, made up of 23 pairs of mothers and newborns, who did not receive AZT; Group B, made up of 41 pairs, who received AZT at some stage of prophylaxis. RESULTS: The average maternal age was 26.8 years, the use of illicit drugs occurred in 17

  18. Relação entre diagnóstico citopatológico de neoplasia intra-epitelial cervical e índices de células CD4+ e de carga viral em pacientes HIV-soropositivas Association of cervical intraepithelial neoplasia with CD4 T cell counts and viral load in HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Autran Coelho

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVVO: relacionar a gravidade de lesão cervical diagnosticada por exame citopatológico à contagem de células CD4+ e à carga viral de RNA-HIV em pacientes HIV-soropositivas. MÉTODOS: foram avaliadas retrospectivamente, por meio de revisão de prontuários, 115 pacientes HIV-positivas atendidas em ambulatório de hospital universitário, no período de janeiro de 2002 até abril de 2003. Oitenta e três casos apresentaram diagnóstico de neoplasia intra-epitelial cervical (NIC ao exame citopatológico, e trinta e dois, exames sem alterações. Todas as pacientes apresentavam contagem de células CD4+ e carga viral à época do exame. Os casos foram distribuídos quanto ao índice de células CD4+ em três grupos: CD4 acima de 500 cel/mm³, entre 200 e 500 cel/mm³ ou abaixo de 200 cel/mm³, e, em outros três grupos, quanto à carga viral de HIV: menor do que 10.000 cópias RNA-HIV/mL, entre 10.000 e 100.000 cópias RNA-HIV/mL ou maior do que 100.000 cópias RNA-HIV/mL. A verificação da hipótese de associação foi realizada por meio do teste exato de Fisher. RESULTADOS: das 83 pacientes com NIC citopatológico, 73% apresentaram contagem de células CD4+ abaixo de 500 células/mm³. Em qualquer das faixas de contagem de células CD4+, mais da metade das pacientes apresentavam NIC I citopatológico. Quanto à carga viral de HIV, 71,7% das pacientes com menor carga viral de HIV apresentaram NIC I, ao passo que 11,3% revelaram NIC III. Já no grupo com maior carga viral (100.000 cópias/mL, em 61,5% do total de pacientes o exame citopatológico foi compatível com NIC I, e 30,8% com NIC III. CONCLUSÃO: houve evidência de associação entre carga viral e NIC (p=0.013, não sendo observado o mesmo em relação à contagem de linfócitos CD4+. A presença de infecção secundária cervicovaginal foi considerada possível fator confundidor.PURPOSE: to correlate the type of cervical lesion diagnosed by Pap smear with CD4 cell counts and HIV

  19. Relação entre sintomatologia psicopatológica, adesão ao tratamento e qualidade de vida na infecção HIV e AIDS Relationship among psychopathological symptoms, treatment adherence and quality of life in HIV/AIDS infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Catarina Reis

    2010-01-01

    Full Text Available O presente estudo observou a existência de relações significativas entre sintomatologia psicopatológica (BSI, adesão ao tratamento (CEAT-VIH e qualidade de vida (WHOQOL-Bref em 125 pessoas HIV-positivo/AIDS em tratamento antirretroviral, atendidos em um hospital do Porto (Portugal. A sintomatologia psicopatológica correlacionou-se negativamente com adesão ao tratamento e qualidade de vida, e a adesão ao tratamento associou-se positivamente com a qualidade de vida. O modelo preditor de adesão ao tratamento, mediante análise de regressão múltipla, incluiu a ausência de sintomatologia psicopatológica, o comportamento de retirada dos medicamentos na farmácia hospitalar e a presença de efeitos colaterais do tratamento (R² =0,30. Ademais, observou-se um efeito mediador de sintomatologia psicopatológica entre a adesão ao tratamento e a qualidade de vida das pessoas com HIV/AIDS.The study shows evidence of statistical association among psychopathological symptoms (BSI, treatment adherence (CEAT-VIH and quality of life (WHOQOL-Bref in 125 HIV-positive/AIDS patients followed at Porto Hospital (Portugal. The psychopathological symptoms present a negative correlation with treatment adherence and quality of life. On the other hand, adherence was positively correlated with quality of life. The model of adherence to the antiretroviral treatment using multiple regression analysis includes absence of psychopathological symptoms, an adherence behavior (i.e. to get the medication at the hospital's pharmacy and the experience of side effects because of medication (R² = 0.30. Besides, psychopathological symptoms have a mediation effect between adherence and quality of life in people with HIV/AIDS.

  20. Análise comparativa das PE e PI máximas entre mulheres grávidas e não-grávidas e entre grávidas de diferentes períodos gestacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Graziele Dias de Almeida

    2005-10-01

    Full Text Available O propósito deste estudo foi de verificar as possíveis diferenças entre as pressões inspiratórias e expiratórias máxima de mulheres grávidas e não-grávidas, bem como entre grávidas de períodos gestacionais diferentes. Para obtenção das informações propostas, foi utilizado o aparelho manuvacuômetro MVD 500, Mhmicrohard Global Med, como instrumento aferidor das pressões expiratória e inspiratória máxima de gestantes e não-gestantes compreendidas dentro de um mesmo grupo etário. O critério utilizado para seleção de informantes desta pesquisa foi estar grávida para um dos grupos e não estar grávida para o outro, sendo as mesmas escolhidas aleatoriamente através de indicações de informantes. A abordagem das informantes foi realizada em suas residências onde foram coletados dados de pressão inspiratória e expiratória máximas para posteriormente serem organizados, processados, categorizados e finalmente obter-se as médias encontradas nos grupos da amostra da pesquisa. As médias de pressão inspiratória e expiratória máximas obtidas nos grupos das gestantes foram as seguintes: PEmax.= 51,3cm H20; e Pimax= 48,3 cm H20; já as médias encontradas no grupo das não-gestantes foram: PEmax = 73 cm H2O, Pimax= 69,2cm H2O. As gestantes pertencentes ao subgrupo do primeiro ao quinto mês apresentaram uma média de PE= 56 cm H2O, e de PI= 60 cm H2O, enquanto que as gestantes do subgrupo a partir do sexto mês apresentaram as médias de PE e Pi= 56 cm H2O e 43,2 cm H2O respectivamente. Os resultados obtidos forneceram subsídios para inferir que existem diferenças entre as pressões inspiratória e expiratória máximas entre grávidas e não-grávidas, bem como em grávidas de período gestacionais diferentes

  1. Fatores protetores e de risco envolvidos na transmissão vertical do HIV-1 Protective and risk factors related to vertical transmission of the HIV-1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela P. Gianvecchio

    2005-04-01

    Full Text Available Este estudo avalia os fatores maternos e fetais envolvidos na transmissão vertical do HIV-1 em 47 pares de mãe e filho. As variáveis comportamentais, demográficas e obstétricas foram obtidas mediante entrevista; os dados referentes ao parto e ao recém-nascido, dos prontuários das maternidades. Durante o terceiro trimestre de gestação foi realizada a contagem da carga viral materna e dos linfócitos T CD4+. A média de idade foi de 25 anos e 23,4% das gestantes eram primigestas, e o fator comportamental mais prevalente foi não usar preservativos. Dentre as gestantes, 48,9% tinham células CD4+ superior a 500 células/mm³ e 93,6% se enquadravam na categoria clínica A; 95,7% submeteram-se à profilaxia com zidovudina durante a gestação ou no parto, a qual foi ministrada a todos os recém-nascidos; 50,0% delas foram submetidas à cesárea eletiva. Apesar de expostas a vários fatores de risco e protetores, nenhuma criança tornou-se infectada. A transmissão vertical resulta de um desequilíbrio entre os fatores, com predomínio dos de risco sobre os protetores.This study aimed to evaluate maternal and fetal factors related to vertical transmission of HIV-1. Participants included 47 mother-child pairs. Behavioral, demographic, and obstetric data were obtained through interviews. Data related to delivery and newborns were collected from registries in the maternity hospitals. During the third trimester of pregnancy, CD4+ T lymphocytes and maternal viral load were measured. Mean age of the mothers was 25 years and 23.4% of the pregnant women were primigravidae. The most prevalent behavioral factor was lack of condom use. 48.9% of the women presented a CD4+ count greater than 500 cells/ mm³, and 93.6% belonged to clinical category A. 95.7% of the women received zidovudine prophylaxis during pregnancy or childbirth, and the medication was also administered to all the neonates. 50.0% of patients were submitted to elective cesareans. Despite

  2. Microorganismos patógenos y potencialmente patógenos en secreciones genitales de gestantes a término asociados a complicaciones posnatales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tania Castellanos Medina

    2013-09-01

    Full Text Available Introducción: tanto las infecciones puerperales como las neonatales precoces reflejan probablemente los microorganismos que están presentes en la vagina en el período cercano al parto. Objetivo: establecer la relación entre los microorganismos identificados en las secreciones genitales de las gestantes a término y el desarrollo de sepsis neonatal y puerperal, así como vincular dichas complicaciones con los agentes diagnosticados. Métodos: se realizó un estudio longitudinal y prospectivo en los servicios de microbiología, obstetricia, perinatología y neonatología del Hospital General Docente "Dr. "Juan Bruno Zayas Alfonso", de Santiago de Cuba, desde julio de 2009 hasta marzo de 2010. Se identificaron microorganismos en 179 muestras cervicovaginales, las cuales fueron procesadas en el laboratorio de microbiología según las normas vigentes. Resultados: los microorganismos más identificados resultaron los géneros Mycoplasmas y Chlamydias (78,2 y 69,3%, respectivamente y fueron los que con mayor frecuencia se asociaron. Un porcentaje elevado de las gestantes (67,0 %, tenía más de un agente en sus secreciones genitales. Después del parto hubo un hallazgo mayor de infecciones en el producto de la concepción (21,8 % que en las puérperas (3,9% y la mayoría de estas complicaciones se relacionaron con la presencia de 2 o más microorganismos. Conclusiones: las asociaciones de microorganismos patógenos o potencialmente patógenos en las secreciones genitales de embarazadas a término, aumentan el riesgo de complicaciones posnatales.

  3. Complicaciones maternas de la cesárea en gestantes a término en periodo expulsivo en un hospital general de Lima, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier Puma

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: Describir las complicaciones maternas de la cesárea en gestantes a término en periodo expulsivo en un hospital general. Material y métodos: Estudio descriptivo, observacional, retrospectivo, tipo serie de casos, realizado en el Hospital Nacional Cayetano Heredia entre el 1 de enero de 2011 hasta el 31 diciembre de 2012. Se incluyeron 67 gestantes a término operadas en periodo expulsivo. Se revisaron las historias clínicas de las pacientes, se registraron las características clínicas y las complicaciones maternas. Resultados: En el periodo de estudio se realizaron 4 218 cesáreas, siendo el 1,84% hechas en periodo expulsivo. En general, 59/ 67 (88,1% presentaron algún tipo de complicación. Se observaron 8 casos de hipotonía uterina (11,9% y 2 (2,9% de atonía. En 5 (7,4% pacientes ocurrieron desgarros de segmento adyacente a la histerotomía, siendo 2 de ellos asociados a compromiso de cuerpo uterino y vagina, y 4 (5,9% casos a laceración de arteria uterina, uno fue bilateral. No se produjeron lesiones en tracto urinario ni digestivo y tampoco hubo necesidad de reintervención quirúrgica. Cuatro pacientes presentaron hemorragia puerperal, dos asociados a hipotonía uterina post cesárea. En 56 (83,5% casos ocurrió anemia post operatoria. Hubo 1 (1,5% caso de endometritis, 3 (4,5% infecciones de herida operatoria. Conclusiones: La cesárea realizada en período expulsivo ocasiona complicaciones frecuentes, algunas muy severas.

  4. Estudo do perfil hemodinâmico da artéria oftálmica em gestantes com diabetes mellitus gestacional Study of ophthalmic artery hemodynamic pattern in pregnant women with gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gizeli de Fátima Ribeiro dos Anjos

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar os padrões hemodinâmicos da artéria oftálmica, por meio da doplervelocimetria, em portadoras de diabetes mellitus gestacional (DMG, e comparar os achados com os obtidos em gestantes normais. MÉTODOS: Estudo prospectivo caso-controle que analisou os índices doplervelocimétricos das artérias oftálmicas. Foram constituídos dois grupos: um com 40 gestantes com diagnóstico de DMG e o outro por 40 gestantes normais. Foram incluídas gestantes com DMG segundo critérios da American Diabetes Association - 2012, com gravidez de 27 semanas até o termo, e excluídas gestantes hipertensas, em uso de drogas vasoativas ou com diagnóstico prévio de diabetes. O estudo foi realizado em um olho com transdutor linear de 10 MHz Sonoace 8000 Live Medison ®. As variáveis analisadas foram: índice de pulsatilidade (IP, índice de resistência (IR, razão entre picos de velocidade (RPV, pico de velocidade sistólica (PVS e velocidade diastólica final (VDF. Para análise de normalidade das amostras foi empregado o teste de Lillefors, e os testes t de Student e Mann-Whitney, para comparação entre as médias e medianas conforme normalidade dos dados, e adotado nível de significância de 95%. RESULTADOS: As medianas e médias com desvio padrão das variáveis doplervelocimétricas da artéria oftálmica dos grupos de DMG e gestantes normais foram, respectivamente: IP=1,7±0,6 e 1,6±0,4 (p=0,7; IR=0,7 e 0,7 (p=0,9; RPV=0,5±0,1 e 0,5±0,1 (p=0,1; PVS=33,6 e 31,9 cm/seg (p=0,7; VDF=6,3 e 7,9 cm/seg (p=0,4. Não houve diferença significante entre as médias e medianas das variáveis analisadas entre os dois grupos de gestantes. CONCLUSÕES: Os padrões hemodinâmicos das artérias oftálmicas permaneceram inalterados no grupo de gestantes com DMG em relação ao grupo de gestantes normais, sugerindo que o tempo de exposição à doença durante a gestação é curto para causar vasculopatias importantes no território materno central

  5. Stigma, discrimination, and HIV/AIDS knowledge among physicians in Barbados Estigma, discriminación y conocimientos sobre el VIH/sida entre los médicos en Barbados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernest Massiah

    2004-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the extent of clinical knowledge of HIV/AIDS that physicians in Barbados have and their attitudes towards persons living with HIV/AIDS. METHODS: In 2000 the Barbados Association of Medical Practitioners conducted a survey in order to assess its members' views on HIV/AIDS issues. Over a two-month period 203 physicians (76% of all those practicing in the country were interviewed. The survey included physicians working in private practice and the public sector. They were surveyed individually concerning their attitudes towards counseling as well as their clinical knowledge, perception of safe practices, fear of occupational exposure, views on ethical issues, experience treating HIV/AIDS patients, and background with HIV/AIDS continuing education. RESULTS: In comparison to physicians who had graduated in later years, physicians who had graduated in 1984 or earlier had seen fewer HIV/AIDS clients, had lower levels of knowledge about the disease, were more likely to test for HIV/AIDS without informed consent, and were less likely to have ever attended a continuing education training course on HIV/AIDS. Overall, knowledge of the clinical indications of HIV/AIDS was low, and 76% of the physicians did not think they had adequate counseling skills. Over 80% of the physicians were comfortable looking after HIV/AIDS patients. While 95% of the physicians would not release HIV test results without a patient's consent, 33% would test, without consent, a seriously ill patient, and 15% would test without consent a patient upon whom they had to perform an invasive procedure if they perceived the patient to be from a high-risk population such as gay men or commercial sex workers. Only 53% of the physicians had attended an HIV/AIDS in-service training program between 1995 and 1999. CONCLUSION: Physician training in Barbados should focus on all aspects of HIV/AIDS care, including clinical and emotional factors. Attendance at such training

  6. Aceptabilidad del diagnóstico rápido casero para HIV entre hombres gay y otros hombres que tienen sexo con hombres (G&HSH) de la Ciudad de Buenos Aires.

    Science.gov (United States)

    Balán, Iván C; Carballo-Diéguez, Alex; Marone, Rubén O; Pando, María A; Barreda, Victoria; Avila, María M

    2011-03-01

    El uso del diagnóstico rápido para HIV en Argentina, así como otros países de Latinoamérica, ha sido limitado hasta el momento. Este trabajo reporta los resultados provenientes de un estudio cualitativo realizado entre hombres gays y otros hombres que tienen sexo con hombres (G&HSH) de la Ciudad de Buenos Aires, Argentina. El objetivo principal del mismo fue conocer las ventajas y desventajas que los hombres G&HSH perciben en relación al diagnóstico rápido casero para HIV. Se realizaron ocho grupos focales con 73 participantes en los cuales se discutió acerca de las ventajas y desventajas del uso de los diagnósticos rápidos. Las respuestas fueron codificadas utilizando un programa para análisis de datos cualitativos (NVivo) y analizadas temáticamente. Los participantes describieron numerosas ventajas sobre el uso del diagnóstico rápido casero, aunque algunos reportaron importantes preocupaciones dentro de las cuales se destaca la posibilidad de impulsos suicidas si alguien recibe un resultado positivo estando solo. En términos generales se observó una gran aceptabilidad para el uso del diagnóstico rápido si el mismo es realizado por personal de salud en lugares acondicionados para este fin.

  7. Aceptabilidad del diagnóstico rápido casero para HIV entre hombres gay y otros hombres que tienen sexo con hombres (G&HSH) de la Ciudad de Buenos Aires

    Science.gov (United States)

    Balán, Iván C.; Carballo-Diéguez, Alex; Marone, Rubén O.; Pando, María A.; Barreda, Victoria; Ávila, María M.

    2011-01-01

    Resumen El uso del diagnóstico rápido para HIV en Argentina, así como otros países de Latinoamérica, ha sido limitado hasta el momento. Este trabajo reporta los resultados provenientes de un estudio cualitativo realizado entre hombres gays y otros hombres que tienen sexo con hombres (G&HSH) de la Ciudad de Buenos Aires, Argentina. El objetivo principal del mismo fue conocer las ventajas y desventajas que los hombres G&HSH perciben en relación al diagnóstico rápido casero para HIV. Se realizaron ocho grupos focales con 73 participantes en los cuales se discutió acerca de las ventajas y desventajas del uso de los diagnósticos rápidos. Las respuestas fueron codificadas utilizando un programa para análisis de datos cualitativos (NVivo) y analizadas temáticamente. Los participantes describieron numerosas ventajas sobre el uso del diagnóstico rápido casero, aunque algunos reportaron importantes preocupaciones dentro de las cuales se destaca la posibilidad de impulsos suicidas si alguien recibe un resultado positivo estando solo. En términos generales se observó una gran aceptabilidad para el uso del diagnóstico rápido si el mismo es realizado por personal de salud en lugares acondicionados para este fin. PMID:25284951

  8. Programa de atención integral a la adolescente gestante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cecilia Rico-Coronel

    2013-06-01

    Full Text Available El embarazo adolescente es uno de los principales problemas en la sociedad, generando alto impacto psicológico, económico y social en la joven y la familia. Su incidencia va en aumento a pesar de las campañas para disminuir su prevalencia. La captación temprana de las gestantes al control prenatalpromueve la prevención, la identificación y el control oportuno de los factores de riesgo biológico, psicológico, social y ambiental que inciden en la gestación. En este sentido se realizó un trabajo de extensión, con 95 adolescentes gestantes, durante un periodo de 11 meses, en el cual se trabajó con la adolescente, su pareja, y su familia.

  9. Morbidade psiquiátrica e uso de álcool em gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde Psychiatric morbidity and alcohol use by pregnant women in a public obstetric service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone N Pinheiro

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a relação entre consumo de álcool e problemas emocionais em gestantes, verificando se as gestantes com consumo problemático de álcool (uso nocivo ou dependência tiveram mais problemas emocionais quando comparadas àquelas cujo consumo não era problemático. MÉTODOS: Estudo transversal, observacional, sobre uma amostra clínica de um serviço obstétrico público de Ribeirão Preto, SP. A amostra foi não probabilística, de conveniência, do tipo consecutiva, composta por 450 gestantes. Foram aplicados três questionários: para dados sociodemográficos, o Questionário de Morbidade Psiquiátrica (QMPA e um questionário padronizado como parte da anamnese para avaliação de problemas relacionados ao uso de álcool (uso nocivo ou síndrome de dependência de acordo com os critérios da CID-10. Foram utilizados testes univariados (ANOVA para o exame comparativo entre grupos utilizando medidas de distribuição central e intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foram encontradas 172 gestantes (38,2% problemáticas (escore >7 pelo QMPA. Detectaram-se conforme critérios da CID-10, 41 (9,1% gestantes com consumo problemático de álcool, sendo 27 (6,0% com diagnóstico de uso nocivo e 14 (3,1% com dependência ao álcool. A presença de diagnóstico de uso nocivo ou síndrome de dependência ao álcool relacionou-se à maior intensidade de sofrimento emocional das gestantes, ou seja, maior média de pontuação nas subescalas ansiedade, depressão e álcool do QMPA. CONCLUSÕES: Considerando a prevalência de problemas emocionais, o consumo de álcool durante a gestação e os riscos de problemas à saúde materno-infantil sugere-se que sejam realizadas avaliações mais criteriosas pelos profissionais de saúde.OBJECTIVE: To investigate the relationship between alcohol consumption and emotional distress in pregnant women, and to verify whether women with problematic alcohol consumption (abuse or dependence have more

  10. Infecção pelo HIV durante a gestação: estudo-Sentinela Parturiente, Brasil, 2002 HIV infection during pregnancy: the Sentinel Surveillance Project, Brazil, 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Borges de Souza Júnior

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a cobertura efetiva da detecção da infecção pelo HIV durante a gestação, em âmbito nacional. MÉTODOS: A cobertura efetiva do teste de HIV na gestação foi definida como a proporção de gestantes que teve atendimento pré-natal (pelo menos uma consulta, pedido de teste de HIV e conhecimento do resultado antes do parto, sendo estimada por processo de amostragem, utilizando-se as informações coletadas no Estudo-Sentinela Parturiente, 2002. As desigualdades da cobertura efetiva foram analisadas por: grande região; tamanho populacional do município de ocorrência do parto; e grau de instrução da mãe. RESULTADOS: A cobertura efetiva do teste de HIV durante a gestação foi estimada em 52%. As enormes desigualdades socioespaciais ficaram evidenciadas na comparação entre as regiões Nordeste (24% e Sul (72%; entre parturientes analfabetas (19% com as que têm o ensino fundamental completo (64%; entre as que realizaram o parto em municípios pequenos (36% com as que o realizaram em municípios com mais de 500 mil habitantes (66%. As recomendações do Ministério da Saúde foram atendidas, completamente, por somente 27% parturientes. CONCLUSÕES: Os resultados estabelecem a necessidade de haver medidas voltadas para maior cobertura da detecção do HIV na gestação, e indicam que os programas do Programa Nacional de DST e Aids e os programas de saúde da mulher devem ser intensificados, com estratégias conjuntas entre eles.OBJECTIVE: To evaluate the actual coverage of HIV infection detection during pregnancy at national level. METHODS: The actual coverage of HIV testing during pregnancy was defined as the proportion of women who attended prenatal care visits (at least one visit, ordering HIV testing and knowledge of test result before delivery. The coverage was estimated by sampling procedures based on the 2002 Sentinel Surveillance Study data. Actual coverage Inequalities were assessed by: country regions

  11. Percepciones de las gestantes en torno al cuidado humanizado por enfermería

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivett Adriana Herrera-Zuleta

    2016-12-01

    Full Text Available Objetivo: determinar las percepciones de comportamiento del cuidado humanizado de enfermería en un grupo de gestantes del servicio de ginecobstetricia de un hospital de alta complejidad del sur-occidente de Colombia, mediante la aplicación de un instrumento, percepciones del cuidado humanizado en enfermería en su primera versión validada por la Universidad Nacional de Colombia. Materiales y Métodos: investigación cuantitativa descriptiva, de corte transversal. La muestra fue de 97 gestantes obtenidos por muestreo no probabilístico por conveniencia, mediante la fórmula para tamaño óptimo cuando la población es conocida. Se tuvo en cuenta las variables sociodemográficas y la percepción de los comportamientos de cuidado humanizado de enfermería. Resultados: el 59 % de las gestantes percibieron el comportamiento del cuidado humanizado como excelente; las categorías con mayor porcentaje fueron características de la enfermera, priorizar al ser de cuidado y proactividad, mientras que las categorías con menor valor fueron empatía, disponibilidad para la atención y dar apoyo emocional. Conclusión: el cuidado humanizado de enfermería, en todas las categorías, fue calificado como bueno y excelente, lo que demuestra una adecuada percepción por parte de las gestantes; sin embargo, es importante fortalecer aspectos relacionados con la empatía y la actitud.

  12. Insatisfação corporal em gestantes: uma revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Fernandes Filgueiras Meireles

    2015-07-01

    Full Text Available Resumo A imagem corporal de gestantes deve ser alvo de atenção por parte dos profissionais, tendo em vista a promoção da saúde materna infantil. O objetivo da presente revisão integrativa foi analisar a literatura sobre imagem e insatisfação corporal em gestantes. Foram buscados artigos nas bases de dados Scopus, PubMed, BVS e PsycINFO utilizando o cruzamento de “pregnancy” com as palavras-chave: “body image” e “body dissatisfaction”. Após a adoção dos critérios de inclusão e exclusão foram analisados 40 estudos. Estes apontam dados inconclusivos quanto à insatisfação corporal durante a gestação. Presença de sintomas depressivos, baixa autoestima, atitude alimentar inadequada e ganho de peso fora dos limites recomendados têm sido associados a uma imagem corporal negativa. Contradições nos achados podem estar relacionados às diferenças nos instrumentos utilizados para mensurar a imagem corporal. Pelo possível impacto de uma imagem corporal negativa durante a gestação na saúde materna e infantil, são recomendadas novas investigações, em especial o desenvolvimento de um instrumento avaliativo de imagem corporal específico para gestantes.

  13. Corrimentos vaginais em gestantes: comparacao da abordagem sindromica com exames da pratica clinica da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Marques Lima

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo avaliativo de abordagem quantitativa, com amostra de 104 gestantes, com o objetivo de comparar os achados de infecções vaginais em gestantes obtidos por meio do fluxograma de corrimento vaginal com exames presentes na prática clínica da Enfermagem. Os dados foram coletados por meio de entrevista e exame ginecológico realizados de janeiro a julho de 2011. O fluxograma não se mostrou eficaz na identificação de candidíase e tricomoníase, apresentou baixa sensibilidade (0,0%; 50% e valor preditivo positivo (0,0%; 3,6% para as duas infecções e baixa especificidade para tricomoníase (46%. Mostrou-se satisfatório para vaginose bacteriana, com alta sensibilidade (100%, valor preditivo negativo (100% e acurácia (74%. Conclui-se que o emprego do fluxograma precisa ser reavaliado, visto que não foi eficaz em identificar infecções importantes em gestantes. Os esforços para o desenvolvimento de testes eficazes devem ser contínuos, com intuito de prevenir a disseminação de infecções e reduzir tratamentos desnecessários.

  14. Accuracy of simple urine tests for diagnosis of urinary tract infections in low-risk pregnant women La exactitud del examen de orina simple para diagnosticar infecciones del tracto urinario en gestantes de bajo riesgo Acurácia do exame de urina simples para diagnóstico de infecções do trato urinário em gestantes de baixo risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Cristina Alves Feitosa

    2009-08-01

    Full Text Available Anatomic and physiological alterations during pregnancy predispose pregnant women to urinary tract infections (UTI. This study aimed to identify the accuracy of the simple urine test for UTI diagnosis in low-risk pregnant women. Diagnostic test performance was conducted in Botucatu, SP, involving 230 pregnant women, between 2006 and 2008. Results showed 10% UTI prevalence. Sensitivity, specificity and accuracy of the simple urine test were 95.6%, 63.3% and 66.5%, respectively, in relation to UTI diagnoses. The analysis of positive (PPV and negative (NPV predictive values showed that, when a regular simple urine test was performed, the chance of UTI occurrence was small (NPV 99.2%. In view of an altered result for such a test, the possibility of UTI existence was small (PPV 22.4%. It was concluded that the accuracy of the simple urine test as a diagnostic means for UTI was low, and that performing a urine culture is essential for appropriate diagnosis.Las alteraciones anatómicas y fisiológicas de la gravidez predisponen a las gestantes a infecciones del tracto urinario (ITU. El objetivo de este estudio fue identificar la exactitud del examen de orina simple para diagnosticar ITU en gestantes de bajo riesgo. Se hizo uso del estudio de desempeño de prueba de diagnóstico realizado en Botucatu, San Pablo, con 230 gestantes, entre 2006 y 2008. Los resultados muestran que la prevalencia de ITU fue de 10%. La sensibilidad fue 95,6%, la especificidad 63,3% y la exactitud 66,5% del examen de orina simple, en relación al diagnóstico de ITU. El análisis de los valores de predicción positivo y negativo (VPP y VPN mostró que, en la vigencia de examen de orina simple normal, la probabilidad de haber ITU fue pequeña (VPN 99,2%. Frente al resultado alterado de ese examen, la probabilidad de haber ITU fue baja (VPP 22,4%. Se concluye que la exactitud del examen de orina simple como medio de diagnóstico de ITU fue baja, siendo indispensable la realizaci

  15. Marcadores de estrés oxidativo en placentas de gestantes añosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Suárez

    2007-12-01

    Full Text Available Introducción: Un factor de riesgo alto ginecoobstétrico que contribuye a la morbimortalidad materna perinatal es la edad materna mayor de 35 años. Es posible que el estado oxidativo en la placenta de la gestante añosa sea mayor a la de la gestante no añosa. Objetivo: Evaluar el estado oxidativo de la placenta en gestantes mayores de 35 años. Diseño: Estudio observacional y transversal. Lugar: Hospital Nacional Docente Materno Infantil San Bartolomé y Centro de Investigación de Bioquímica y Nutrición de la Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Material biológico: 28 placentas de gestantes de 35 años o más y 28 placentas de gestantes de menos de 35 años, obtenidas de partos vaginales a término. Intervenciones: La muestra de placenta se homogenizó al 10% con buffer fosfato 10 mM, pH 7,4, se centrifugó a 2000 rpm por 5’. Parte del sobrenadante se usó para analizar lipoperoxidación y glutatión (GSH; el sobrenadante restante fue centrifugado a 42 000 rpm por 1 hora, para medir actividad de superóxido dismutasa (SOD. Principales medidas de resultados: Estado oxidativo de placentas obtenidas de mujeres añosas y no añosas. Resultados: La actividad de la SOD y el contenido de GSH placentarios en añosas fue 43,52 U/g de tejido y 4,67 µmol/mL x 10-²; para el grupo control fueron 54,13 U/g de tejido y 6,02 µmol/mL x 10-², respectivamente; en ambos hubo significancia estadística (p < 0,05. La medición de TBARS (lipoperoxidación no mostró diferencias significativas. Conclusiones: Las placentas obtenidas de mujeres añosas muestran menor capacidad de defensa antioxidante frente a las placentas obtenidas de mujeres no añosas.

  16. Conhecimentos e práticas de saúde bucal de gestantes usuárias dos serviços de saúde em São Luís, Maranhão, 2007-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ferreira Lopes

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: descrever as características dos cuidados de saúde bucal durante o acompanhamento pré-natal e o conhecimento sobre saúde bucal entre gestantes usuárias de serviços de saúde público e privado em São Luís, Maranhão, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo com 300 gestantes entrevistadas em serviço público e 300 em serviço privado, no período de agosto de 2007 a julho de 2008. RESULTADOS: a frequência de escovação dentária foi similar entre as usuárias dos serviços público e privado (p=0,156, enquanto o uso de fio dental (64,0% e 47,0%; p<0,001 e de colutórios (39,7% e 27,0%; p=0,001 foi mais frequente no serviço privado, em relação ao público; a maioria das usuárias, tanto do serviço público (60,3% como do privado (65,7%, desconheciam a associação entre saúde bucal e gravidez. CONCLUSÃO: a frequência de escovação dentária foi similar entre gestantes dos serviços público e privado; os efeitos da gestação sobre a saúde bucal eram pouco conhecidos.

  17. CONHECIMENTO DE GESTANTES SOBRE O EXAME ANTI-HIV NO PRÉ-NATAL

    OpenAIRE

    KARLA DE ABREU PEIXOTO MOREIRA; LÍGIA DE OLIVEIRA BRAGA; ÂNGELA MARIA LEAL DE MORAES VIEIRA; MARIA VERACI OLIVEIRA QUEIROZ

    2006-01-01

    La epidemia de SIDA afecta cada vez más a las mujeres en edad fértil. La realización del examen anti-VIH durante el prenatal es una importante estrategia para reducir la morbio mortalidad por esta causa. El objetivo planteado fue el de investigar el nivel de conocimiento de las embarazadas cuanto a la importancia de la realización del examen anti-VIH en el prenatal. Estudio descriptivo con 50 embarazadas mayores de 18 años, que realizaban prenatal de bajo riesgo en consulta subsiguiente sin d...

  18. Desempenho, características de carcaça e composição química de diferentes cortes comerciais de novilhas mestiças não-gestantes ou gestantes terminadas em confinamento = Performance, carcass characteristics and chemical composition of nonpregnant or pregnant heifers finished in feedlot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Maria Araújo Macedo

    2007-10-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito da gestação sobre o desempenho, características de carcaça e composição físico-química de cinco cortes de novilhas mestiças em confinamento. Utilizaram-secinco novilhas gestantes e cinco não-gestantes com 20 meses e peso corporal de 323 kg. Não houve diferença (p > 0,05 para peso final, ganho médio diário, consumo, conversão alimentar, peso de carcaça, rendimento de carcaça, área de olho de lombo e espessura de gordura de cobertura entre os tratamentos. O acém das novilhas gestantes teve maiores teores (p This work was carried out to study the effect of pregnancy on performance, carcass characteristics and chemical composition of crossbred heifers in comparison with nonpregnant heifers finished in feedlot. Five pregnant heifers and five nonpregnant heifers, 20 months old and with initial live weight of 327 kg were used. The initial live weight, final weight, average daily gain, intake, feed conversion, carcass weight, hot carcass dressing, Longissimus area and fat thickness (4.21 mm did not differ (p > 0.05 between treatments. Pregnant heifers chuck showed higher levels (p < 0.05 of moisture and ash, and lower levels (p < 0.05 of total fat, than nonpregnant heifers. Pregnant heifers rump showed higher levels (p < 0.05 of moisture. Nonpregnant heifers striploin had the highest level (p < 0.05 of moisture. The fatty acid profile of pregnant heifers chuck had the highest levels (p < 0.05 of 14:0, 16:1n7 and 20:4n6, but showed the lowest level (p < 0.05 of 17:0. Nonpregnant heifers topside showed the highest levels (p < 0.05 of 18:1t11 and 18:2c9t1. Pregnant heifers chuck showed the highest level (p < 0.05 of PUFA. Nonpregnant heifers had higher levels of n-6 fatty acids than pregnant heifers. The striploin of pregnant heifers showed higher percentage (p < 0.05 of n-3.

  19. Doplervelocimetria das artérias oftálmica e central da retina em gestantes normais Dopplervelocimetry of ophthalmic and central retinal arteries in normal pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Lemos Debs Diniz

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar os padrões dos índices doplervelocimétricos das artérias oftálmica e central da retina durante o segundo e terceiro trimestres da gestação normal e comparar os valores obtidos do olho direito e esquerdo das gestantes. MÉTODOS: estudo transversal no qual se avaliaram seis índices doplervelocimétricos das artérias central da retina e oftálmica em 51 gestantes normais, com idades gestacionais entre a 20ª e a 38ª semana. As variáveis analisadas foram os índices de resistência e pulsatilidade (IR, IP, os picos de velocidade sistólica e diastólica (PVS, PVD e a razão entre picos de velocidade (RPV. A análise dos índices doplervelocimétricos dos olhos direito e esquerdo foi realizada utilizando-se a mediana dos valores. Para a comparação dos valores dos índices entre os dois olhos das gestantes, utilizou-se o teste t de Student para dados pareados. A associação entre a idade gestacional e os índices foi testada empregando-se o coeficiente de correlação linear de Pearson. Adotou-se o nível de significância de 5% para os testes estatísticos. RESULTADOS: a mediana dos índices doplervelocimétricos das artérias oftálmica e central da retina foram, respectivamente: IP=1,83; IR=0,78; PVS=34,20; PVD=6,80; RPV=0,48 e IP=1,34; IR=0,70; PVS=7,40; PVD=2,10. Não houve diferenças na análise comparativa dos índices doplervelocimétricos entre os olhos direito e esquerdo das gestantes normais. O coeficiente de correlação linear entre a idade gestacional e os índices de ambas as artérias não mostrou diferença significante durante a gestação normal. CONCLUSÃO: é factível a análise unilateral dos índices doplervelocimétricos das artérias oftálmica e central da retina no estudo de doenças maternas sistêmicas. Não há mudança significativa dos índices doplervelocimétricos das artérias oftálmica e central da retina ao longo da gestação normal entre a 20ª e a 38ª semana.PURPOSE: to

  20. Morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV Puerperal morbidity in HIV-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea De Marcos

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as taxas de morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV e sua correlação com a via de parto, duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, número de células CD4+ e carga viral do HIV periparto. MÉTODOS: foram incluídas 207 gestantes infectadas pelo HIV, com seguimento pré-natal e parto entre maio de 1997 e dezembro de 2001, sendo 32 submetidas a parto vaginal e 175 a cesárea. Do total de pacientes, 62,8% foram submetidas a cesárea eletiva. A idade média no grupo analisado foi de 27,4 anos, 25,6% eram nulíparas e 26% primíparas, com idade gestacional média de 37,8 semanas no momento do parto. A contagem média de células CD4+ foi de 481 células /mm³ e da carga viral do HIV de 49.100 cópias/mL, ambas no final da gestação. RESULTADOS: a morbidade febril puerperal ocorreu em 34 pacientes, sendo 33 pós-cesárea e 1 pós-parto vaginal. O tipo mais comum de intercorrência infecciosa pós-cesárea foi infecção de cicatriz cirúrgica (13% dos casos de infecção. Os fatores analisados, como duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, contagem de células CD4+ ou carga viral do HIV periparto, não interferiram na taxa de morbidade febril puerperal. CONCLUSÕES: A incidência de morbidade febril puerperal foi de 16,8%, sendo mais freqüente pós-cesárea (18,9% que pós-parto vaginal (3,1%. Os demais fatores não mostraram relação significativa com a taxa de morbidade febril puerperal.PURPOSE: the morbidity in HIV-positive patients due to puerperal fever was studied and correlated to the method and duration of labor, the duration of premature rupture of the membranes, CD4+ cell count and the viral load (VL at peridelivery. METHODS: a total of 207 HIV-positive women with prenatal examinations and deliveries between May 1997 and December 2001 were enrolled. Of these, 32 had natural childbirth and 175 had a cesarean section. Of the total of enrolled patients, 62

  1. Alta prevalência de inadequação da ingestão dietética de cálcio e vitamina D em duas coortes de gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline de Barros Gomes

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar a prevalência de inadequação da ingestão, por trimestre, de cálcio e vitamina D, em duas coortes de gestantes e fatores correlacionados a esta ingestão. Foram coletados dois recordatórios alimentares de 24 horas em cada trimestre, um relativo a final de semana. Variáveis com correlação significativa com a ingestão desses nutrientes foram incluídas em modelo de regressão linear multivariada, com ajuste por energia. A frequência de inadequação foi estimada pelo método do National Cancer Institute (Estados Unidos. Na coorte A, a inadequação da ingestão de vitamina D não diferiu entre os trimestres; na B, houve redução: 99,7% no 1º para 97,1% no 3º trimestre. Nas coortes A e B, a inadequação da ingestão de cálcio esteve acima de 70%, caindo discretamente do 1º (89,2% e 81,4% para o 2º (79,7 e 69,1% e 3º trimestres (82,7% e 72,6%. Não houve correlação entre as variáveis maternas e a ingestão desses micronutrientes. Conclui-se que há um quadro grave de inadequação da ingestão de vitamina D e cálcio, homogeneamente distribuído entre as gestantes assistidas na rede básica de saúde.

  2. Associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical diagnosticada pela histopatologia em mulheres infectadas pelo HIV Association between CD4+ T-cell count and intraepithelial cervical neoplasia diagnosed by histopathology in HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barroso Zimmermmann

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical em pacientes HIV positivas. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram incluídas 87 pacientes infectadas pelo HIV, confirmado por testes sorológicos prévios. Todas eram portadoras do HPV cervical, diagnosticado por meio da reação em cadeia da polimerase. Foram realizados anamnese, exame físico e colposcopia de todas em pacientes. A biópsia do colo uterino foi realizada quando indicada pelo exame colposcópico. Os resultados histopatológicos foram classificados com neoplasia intra-epitelial de baixo grau (NIC I ou de alto grau (NIC II e II. A associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão foi verificada por meio da comparação de médias utilizando a análise da variância (ANOVA. RESULTADOS: entre as 60 pacientes biopsiadas foram encontrados 24 casos (40,0% com NIC I, oito (13,3% NIC II, três (5% NIC III, 14 (23,3% pacientes somente com cervicite crônica e 11 (18,3% apresentando efeito citopático produzido pelo HPV, mas sem perda da polaridade celular. Isso equivale a 35 mulheres com lesão intra-epitelial de baixo grau (NIC I + HPV (58,3% e 11 (18,3% com lesão intra-epitelial de alto grau (NIC II + NIC III. A associação entre a média da contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial cervical não foi significativa (p=0,901. CONCLUSÕES: não houve associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial do colo uterino, diagnosticada pelo exame histopatológico.PURPOSE: to evaluate association between CD4+ cell count and cervical intraepithelial lesion severity in HIV-infected women. METHODS: cross-sectional study of 87 HIV-infected patients which were confirmed by previous serologic examinations. All had cervical HPV diagnosed by polymerase chain reaction (PCR. All patients underwent anamnesis, physical examinations and

  3. HIV na gestação: pré-natal, parto e puerpério = HIV in pregnancy: prenatal, labor and puerperium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lima, Suzane da Silva de

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: O presente estudo tem como propósitos identificar os fatores que influenciam a adesão da gestante ao acompanhamento pré-natal e destacar os principais cuidados com a gestante soropositiva durante o pré-natal, parto e puerpério. Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com análise baseada em níveis de evidências. Os dados foram obtidos através da busca em bases de dados virtuais em saúde. Resultados: Treze estudos compuseram a amostra, sendo que o maior índice foi de evidências moderadas, seis (46,1% estudos. Os principais cuidados à gestante soropositiva durante o pré-natal, parto e puerpério foram: uso da terapia antirretroviral, evidenciado em sete (53,8% estudos, seguido do teste Anti-HIV e da preocupação em orientar as puérperas a não amamentar destacados em seis (46,1% estudos. Conclusão: Torna-se necessária a implantação de uma assistência de qualidade às gestantes soropositivas, evidenciando a necessidade de estratégias de educação permanente para sensibilizar, mobilizar e capacitar profissionais envolvidos no cuidado, visando, assim, à prevenção da transmissão vertical do HIV para o recém-nascido e à melhora na qualidade de vida da gestante

  4. Sentimentos, representações e expectativas da gestante relativamente ao filho: estudo exploratório com uma amostra de gestantes do Centro Hospitalar Cova da Beira

    OpenAIRE

    Gonçalves, Carolina da Cruz

    2014-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia do Desenvolvimento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra A presente investigação tem como objetivo geral estudar os sentimentos, as representações e as expectativas da gestante relativamente ao filho. Num plano mais específico, pretende-se estudar aspetos da vinculação pré-natal materna, através dos sentimentos que a mãe tem pelo bebé e da interação que estabelece com ele; explorar a importância da ...

  5. Níveis de infecção de estreptococos do grupo mutans em gestantes Infection levels in pregnant women by mutans streptococci

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio A. TORRES

    1999-07-01

    Full Text Available Considerando que a aquisição precoce dos estreptococos do grupo mutans é um fator de risco para o desenvolvimento de lesões cariosas nas crianças e que a transmissão desses microrganismos é dependente do nível de colonização apresentado pelas mães, procurou-se analisar a situação bucal de gestantes residentes na cidade de Bauru-SP-Brasil. Foram amostradas 50 gestantes na faixa etária de 16 a 37 (média de 22,8 ± 5,5 anos de baixo nível sócio-econômico que faziam acompanhamento pré-natal no Núcleo de Assistência às Gestantes (NAG-7. A condição bucal foi avaliada pelo índice CPO-S, realizado com o auxílio de sonda exploradora e espelho, sem o uso de tomadas radiográficas. Amostras de saliva estimulada foram obtidas e manipuladas de acordo com as especificações do fabricante do Caritest-SM (HERPO, para pesquisa do grupo mutans. Entre as 50 gestantes examinadas, o índice CPO-S variou de 5 a 114 (média de 37,1, sendo que 8 (16% possuíam todos os dentes; 39 (78% haviam perdido de 1 a 10 dentes e 4 (8%, de 13 a 22 dentes. O grupo mutans foi detectado em 48 (96% amostras de saliva, das quais 4 (8% apresentavam nível de infecção de 1 x 104 UFC/ml; 10 (20%, 5 x 104 UFC/ml e 4 (8%, 1 x 105 UFC/ml. Níveis de infecção mais favoráveis para a transmissão mãe-filho foram encontrados em 30 (60% gestantes, das quais 10 (20% mostraram 2,5 x 105 UFC/ml; 12 (24%, 5 x 105 UFC/ml e 8 (16%, 1 x 106 UFC/ml. Esses resultados demonstram que as gestantes albergam elevados níveis salivares de estreptococos do grupo mutans e que um programa preventivo direcionado ao grupo urge ser desenvolvido, a fim de reduzir ou protelar a transmissão intrafamilial desses microrganismos.The CFU number of mutans streptococci in saliva has been used to indicate dental caries risk, as well as to assess the effectiveness or the need for preventive measures. Considering that the acquisition in early childhood of mutans streptococci is a risk factor for

  6. Concepciones del embarazo en adolescentes gestantes de la ciudad de Bucaramanga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Andrea del Pilar Niño

    2017-09-01

    Full Text Available Introducción: El embarazo adolescente es una problemática que tiene consecuencias en la vida de las adolescentes y sus familias. Conocer las concepciones y representaciones que tienen las adolescentes gestantes es una herramienta fundamental para fortalecer la toma de decisiones y las redes de apoyo social. Objetivo: Identificar las concepciones sobre el embarazo, las características sociales, económicas y de redes de apoyo en un grupo de adolescentes gestantes de Bucaramanga. Materiales y Métodos: Se realizó un estudio cualitativo (estudio de caso mediante las técnicas de grupo focal, observación participante y elaboración de diario de campo. Se incluyeron 15 participantes de las 100 adolescentes beneficiadas por el Programa Plan Padrino de la Secretaría de Salud y Ambiente de Bucaramanga durante el año 2014. Resultados: La mayoría de las participantes refirieron que, aunque el embarazo fue no deseado lo han aceptado y asumido con grandes cambios en sus vidas, especialmente la relación con sus amigos y con su familia. Identificaron como red de apoyo fundamental la familia. Discusión: Las concepciones sobre embarazo en las adolescentes coinciden con los estudios reportados en Colombia en el sentido que lo asumieron con responsabilidad, pero les representó un doble reto en especial para continuar con sus estudios. Conclusiones: Fortalecer la red de apoyo de las adolescentes en especial la relacionada con procesos educativos y de familia. Cómo citar este artículo: Niño BAP, Ortíz SP, Solano S, Amaya CM, Serrano L. Concepciones del embarazo en adolescentes gestantes de la ciudad de Bucaramanga. Rev Cuid. 2017; 8(3: 1875-86. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v8i3.448

  7. Abordagem do enfermeiro no grupo educativo com gestantes candidatas à laqueadura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete de Souza Barros

    1993-06-01

    Full Text Available Enfocamos neste trabalho a abordagem do enfermeiro enquanto coordenador de grupo educativo com gestantes candidatas à laqueadura. Enfatizamos a necessidade de um referencial teórico específico para trabalharmos com grupos de pacientes. Queremos evidenciar também o papel de educador inerente ao enfermeiro e a importância da sua atuação na equipe multiprofissional da área de saúde. A metodologia do grupo educativo é suscintamente descrita, na forma de um protocolo, que apresentamos como sugestão para o desenvolvimento de atividades semelhantes.

  8. Suspected acute toxoplasmosis in pregnant women Suspeita de toxoplasmose aguda em gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Peres Castilho-Pelloso

    2007-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the prevalence of reagent serology for suspected acute toxoplasmosis in pregnant women and to describe clinical, laboratory and therapeutic profiles of mothers and their children. METHODS: A retrospective study was conducted with IgM-anti-Toxoplasma gondii-reagent pregnant women and their children who attended the public health system in the state of Paraná, Southern Brazil, from January 2001 to December 2003. Information were obtained from clinical, laboratory (ELISA IgM/IgG and ultrasonographic data and from interviews with the mothers. To test the homogeneity of the IgM indices in relation to the treatment used, the Pearson's Chi-square test was applied. Comparisons were considered significant at a 5% level. RESULTS: Two hundred and ninety (1.0% cases of suspected IgM-reagent infection were documented, with a prevalence of 10.7 IgM-reagent women per 1,000 births. Prenatal care started within the first 12 weeks for 214/290; 146/204 were asymptomatic. Frequent complaints included headaches, visual disturbance and myalgia. Ultrasonography revealed abnormalities in 13 of 204 pregnancies. Chemoprophylaxis was administered to 112/227; a single ELISA test supported most decisions to begin treatment. Pregnant women with IgM indices =2.000 tended to be treated more often. Among exposed children, 44/208 were serologically followed up and all were IgG-reagent, and three IgM-reagent cases showed clinical symptoms. CONCLUSIONS: The existence of pregnant women with laboratorially suspected acute toxoplasmosis who were not properly followed up, and of fetuses that were not adequately monitored, shows that basic aspects of the prenatal care are not being systematically observed. There is need of implementing a surveillance system of pregnant women and their children exposed to T. gondii.OBJETIVO: Determinar a prevalência de gestantes com sorologia reagente suspeita de toxoplasmose aguda e descrever as variáveis maternas e do

  9. Representações sociais de gestantes sobre saúde bucal

    OpenAIRE

    Finkler, Mirelle

    2003-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Partindo do pressuposto de que é necessário melhor entender para melhor agir, este estudo investigou os saberes de gestantes sobre saúde bucal, tendo como objetivo a compreensão das representações sociais (RS) que influenciam suas práticas, à luz da Teoria das Representações Sociais, proposta por Moscovici, em 1961. Os sujeitos desta pesquisa qualitativa f...

  10. The feeling of loss and abandonment among pregnant displaced women -Bogotá La pérdida y el abandono en gestantes desplazadas-Bogotá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RUIZ DE CÁRDENAS CARMEN HELENA

    2007-12-01

    de Colombia. Setuvoencuentalateoríadel cuidadotransculturaldeLeininger (1978,lacualconsidera queelser humano está inmerso en una red de relaciones sociales y situado en un determinado contexto, aspectos estos que permean su comportamiento, es decir, la cultura en la cual él crece y vive hace partedesus prácticasdecuidado. Se usó el método de la etnoenfermería propuesto por Leininger (1985, con el objetivo de explorar el significado que tienen las gestantes desplazadas del cuidado de sí y de su hijo por nacer, desde lo émic punto de vista del nativo, en Bogotá (Localidades de Suba y Ciudad Bolívar. Las participantes fueron desplazadas de los departamentos de Tolima, Arauca, Cundinamarca, Caquetá, Bolívar, Guainía y Cauca, cuyas edades oscilaron entre los 14 y los 34 años, y el tiempo de desplazamiento estuvo entre los dos meses y un año. Los datos se obtuvieron por entrevista individual y grupal (doce participantes y por observación, y se aplicó el análisis etnográfico de Spradley (1980: dominios (categorías de significado que incluye otras categorías menores con sus relaciones semánticas, taxonomía (conjunto de categorías, análisis componencial (búsqueda de atributos asociados con símbolos culturales y temas (el más alto nivel de abstracción. Se obtuvo el tema El surgimiento de la esperanza en medio de la dificultad del desplazamiento de la gestante, con los subtemas: La pérdida y el abandono y El camino a seguir.

  11. Vitamina A en gestantes evaluadas mediante encuesta dietética e impresión citológica conjuntival

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesús Diego de la Campa

    1996-06-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo de carácter prospectivo longitudinal con el fin de establecer el status de vitamina A de las gestantes del Policlínico "Dr. Joaquín Albarrán" mediante una encuesta dietética y citología de impresión conjuntival; se tomó como universo la totalidad de las embarazadas captadas en el primer trimestre de 1994 (71 pacientes, a las que se aplicó el formulario de la encuesta, se les tomó una muestra citológica conjuntival entre las 8 y las 12 semanas de gestación, y se les determinó el peso y la talla. Igual procedimiento se repitió entre las 28 y las 32 semanas. Encontramos alteración de la citología conjuntival en una paciente al tomar la primera muestra para el 1,4 %. No hubo alteraciones conjuntivales en la segunda muestra (la gestante que presentó anomalías citológicas conjuntivales en la primera muestra, consumía limitadamente alimentos ricos en vitamina A, fue suplementada con el neovitamín II, cuando se tomó la segunda muestra ya había recobrado el patrón normal, lo que demuestra que no existe déficit de vitamina A como problema nutricional en las gestantes de nuestra área de salud en el grupo evaluado. Los resultados del estudio indican que aunque en las encuestas dietéticas se registran moderadas frecuencias de consumo de alimentos ricos en vitamina A, no se detectan deficiencias a nivel de órgano efector, ello posiblemente se deba a que la suma de los aportes alimentarios, más las dosificaciones que tienen los suplementos vitamínicos, satisfacen el nivel de seguridad de mantenimiento de reservas hepáticas, y por lo tanto, proveen la vitamina A más allá del umbral donde aparecen los signos de carencias.A descriptive study of longitudinal prospective character was carried out aimed at establishing the vitamin A status of pregnant women at the "Dr. Joaquín Albarrán" Polyclinic by means of a dietetic survey and a conjunctival impression cytology. All pregnant women treated

  12. Entre o medo da contaminação pelo HIV e as representações simbólicas da AIDS: o espectro do desespero contemporâneo Living between fear of contagion and the symbolic meanings of HIV/AIDS: shadow of contemporary hopelessness

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paolo Meneghin

    1996-12-01

    Full Text Available Este estudo pretende colaborar para uma melhor compreensão dos sentimentos provocados no ser humano vivendo em plena era da AIDS. A falta de informação e, por consequência, o desconhecimento sobre a AIDS, sua dinâmica de transmissão e as medidas preventivas adequadas, transformam a convivência com esta síndrome num fator estressante para muitas pessoas, gerando sentimentos de medo e suscitando a correlação com diferentes representações simbólicas ligadas à contaminação pelo HIV. Vários autores formularam modelos teóricos para explicar esta correlação. Neste trabalho procura-se verificar os sentimentos emergentes e a respectiva vinculação aos significados simbólicos da doença sob o prisma destas teorias. Foram entrevistadas 31 pessoas, sendo 10 estudantes de diferentes cursos superiores da Universidade de São Paulo e 21 detentos do Sistema Penitenciário do Estado de São Paulo. Os resultados obtidos mostraram que, apesar dos grupos apresentarem características diferentes entre si, ambos atribuiram à AIDS significados simbólicos ligados ao medo da contaminação pelo HIVLack of knowledge and mis informations on HIV/AIDS are predictors of emotional responses as fear of contagion, homophobia, avoidance and excessive precautions. Fear of contagion is an affective stress response to the neurocognitive activity that leads to a perceived threat of AIDS in connection with the symbolic meanings os illness. Focused interviews were conducted with an opportunistic sample of 31 young people to know the affective responses and behaviors after blood screening for HIV antibody testing. The findings confirm the relationship of symbolic representation of illness as mystery, death, punishment and sexuality to fear of contagion and mitic conception of AIDS.

  13. Salud familiar en familias con adolescente gestante Saúde familiar em famílias com adolescentes gestantes Family health in families with pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha cecilia Veloza Morales

    2012-01-01

    Full Text Available La investigación se basó en la teoría de organización sistémica de Marie Louse Friedemann; el objetivo fue describir el grado de salud familiar de familias con adolescente gestante. Estudio Descriptivo transversal comparativo, con abordaje cuantitativo donde se evaluó el grado de salud familiar a 100 familias atendidas en dos instituciones prestadoras de Salud (IPS en Bogotá, Colombia; se organizaron en dos grupos: la mitad de las familias con adolescentes gestantes que presentaron morbilidad en el tercer trimestre del embarazo y la otra mitad que no presentaron morbilidad; para la recolección de la información se utilizó el instrumento ISF GES 19 diseñado, implementado y probado por la doctora Pilar Amaya de Peña. Se obtuvo una visión global acerca de la salud familiar y se comparó el grado de salud familiar de acuerdo con las características halladas en cada uno de los grupos. Se concluye que las familias no sienten o no perciben el riesgo de sufrir o no una patología durante el embarazo, y por tanto, no afecta su grado de salud familiar el cual consideran saludable y satisfecho. Se invita a crear estrategias que conlleven a disminuir los riesgos de salud a que se expone la familia y la madre adolescente.Apesquisa foi baseada na teoria da organização sistémica de Marie Louse Friedemann; o objeto foi descrever o grau de saúde familiar das famílias com adolescentes gestantes. Estu-do descritivo transversal comparativo, com abordagem quan-titativa onde foi avaliado o grau de saúde familiar de 100 famí-lias atendidas em duas instituições fornecedoras de serviços de saúde (IPS em Bogotá, Colômbia. As 100 famílias foram organizadas em dois grupos: a metade das famílias com adolescentes gestantes que apresentaram morbidez no terceiro trimestre de gravidez e a outra metade conformada por aquelas famílias com adolescentes gestantes que não apresentaram morbidez; para a compilação da informação, utilizou-se o

  14. Baixa autoestima situacional em gestantes: uma análise de acurácia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Carolle Bezerra Cavalcante

    Full Text Available Para investigar a acurácia de características definidoras do diagnóstico Baixa autoestima situacional, realizou-se um estudo transversal, com 52 gestantes atendidas num centro de atendimento familiar. Utilizou-se a taxonomia da NANDA-I e a escala de Rosenberg. O diagnóstico esteve presente em 32,7% das gestantes e todas as características apresentaram associação estatística com o diagnóstico, exceto "Relata verbalmente desafio situacional ao seu próprio valor". As características com maior sensibilidade foram "Comportamento indeciso" e "Expressões de desamparo" (82,35%. Já as características "Expressões de sentimento de inutilidade" e "Relata verbalmente desafio situacional atual ao seu próprio valor" apresentaram maior especificidade (94,29%. Tais resultados podem contribuir com a prática de enfermagem, pois a identificação de características acuradas é fundamental para uma inferência segura.

  15. Baixa autoestima situacional em gestantes: uma análise de acurácia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Carolle Bezerra Cavalcante

    2012-12-01

    Full Text Available Para investigar a acurácia de características definidoras do diagnóstico Baixa autoestima situacional, realizou-se um estudo transversal, com 52 gestantes atendidas num centro de atendimento familiar. Utilizou-se a taxonomia da NANDA-I e a escala de Rosenberg. O diagnóstico esteve presente em 32,7% das gestantes e todas as características apresentaram associação estatística com o diagnóstico, exceto "Relata verbalmente desafio situacional ao seu próprio valor". As características com maior sensibilidade foram "Comportamento indeciso" e "Expressões de desamparo" (82,35%. Já as características "Expressões de sentimento de inutilidade" e "Relata verbalmente desafio situacional atual ao seu próprio valor" apresentaram maior especificidade (94,29%. Tais resultados podem contribuir com a prática de enfermagem, pois a identificação de características acuradas é fundamental para uma inferência segura.

  16. Factores asociados a la aceptación de salpingoclasia posparto entre mujeres infectadas por el VIH Factors associated with acceptance of postpartum tubal ligation among HIV infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Figueroa-Damián

    2001-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar los factores asociados a la aceptación de salpingoclasia entre mujeres infectadas por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH, después de finalizar su embarazo. MATERIAL Y MÉTODOS: Se realizó un estudio de casos y controles con 72 pacientes embarazadas seropositivas al VIH, en el Instituto Nacional de Perinatología (INPer, entre marzo de 1988 y febrero de 1999. Se consideraron casos a 49 mujeres que al finalizar el embarazo aceptaron la realización de salpingoclasia, 23 pacientes que rechazaron este procedimiento conformaron los controles. En cada paciente se investigaron antecedentes demográficos, historia sexual y reproductiva y condiciones relacionadas con la infección por el VIH. Se realizó estadística descriptiva, las variables categóricas se compararon con ji² o prueba exacta de Fisher y las continuas con t de Student, se hizo cálculo de razón de momios (RM, con intervalo de confianza al 95% y se realizó análisis estratificado mediante ji² de Mantel Haenszel para variables potencialmente confusoras. RESULTADOS: La edad promedio de las pacientes seropositivas fue de 25.5 ± 5.5 años. Estas ingresaron al hospital con una mediana de 27 semanas de gestación (intervalo de 7 a 40 semanas; 16 (22.2% no tuvieron control prenatal en el INPer. La mediana de tiempo de conocerse infectadas fue de nueve meses (intervalo 1 a 108. Las variables que se asociaron con la aceptación de salpingoclasia fueron: el antecedente de hijos previos, con una RM de 11.1 (IC 95% 3.4 a 36; la atención a partir del año de 1995, con una RM de 4.7 (IC 95% 1.7 a 13.3 y el tener cuando menos un hijo previo infectado, con una RM de 4.6 (IC 95% 1.1 a 23.1. El análisis estratificado no mostró modificación en la fuerza de asociación de estas variables con la aceptación de salpingoclasia. CONCLUSIONES: El tener hijos previos fue el factor que más influyó en la aceptación de salpingoclasia. El texto completo en inglés de este

  17. Salud bucal: representaciones sociales en madres gestantes de una población urbana. Medellín, Colombia Oral health: social representations among pregnant mothers. Medellin, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Escobar-Paucar

    2011-11-01

    Full Text Available A partir de la teoría de las representaciones sociales, se realizó una investigación cualitativa con el propósito de comprender las representaciones sociales del proceso salud-enfermedad bucal en madres gestantes de una población urbana. Se entrevistaron 28 mujeres adultas asistentes al programa prenatal en una institución de salud de la ciudad de Medellín. Las entrevistas fueron grabadas y transcritas y se analizaron mediante codificación abierta, axial y selectiva, de acuerdo con la teoría fundada. Los hallazgos revelaron que si bien para las madres gestantes la boca del hijo no ocupa un lugar preponderante al inicio del ciclo vital, gana importancia con el proceso de crecimiento y desarrollo del niño, cuando además de su papel en la masticación y alimentación, adquiere una carga social relevante. El análisis dio cuenta de cómo confluyen en las madres de una población urbana representaciones arraigadas en la tradición, con nuevas visiones en cuya construcción hay elementos de los discursos profesionales y de los medios de comunicación; entre ellas, la estrecha relación salud bucal-dientes, la salud atada a prácticas saludables y a la utilización de servicios de salud y salud bucal como ventaja social, relacionada con la estética.Based on the theory of social representations, a qualitative investigation was conducted in order to assess social representations in oral heath in pregnant mothers living in an urban environment. Twenty-eight pregnant adult women attending a prenatal program at a health institution in the city of Medellín, Colombia, were interviewed. The interviews were recorded and transcribed; analysis was performed through open, axial and selective coding, in line with grounded theory. Findings revealed that although pregnant mothers are not greatly concerned about oral health after birth and in early childhood, it increases in importance during growth and development of the child when, besides chewing and

  18. Conocimientos y prácticas alimentarias en gestantes asistentes al programa de control prenatal, en municipios del departamento de Antioquia, Colombia. 2010

    OpenAIRE

    Torres Trujillo, Luz Estella; Ángel Jiménez, Gloria; Calderon Higuita, Gloria; Fabra Arrieta, Julio Cesar; López Galeano, Sandra Catalina; Franco Restrepo, María Alexandra; Bedoya Ávalos, Nataly; Ramírez Puerta, Deisy

    2012-01-01

    Antecedentes: una dieta saludable, el reconocimiento de signos de alarma, la asistencia al control prenatal y el consumo de los suplementos recomendados son fundamentales para culminar con éxito la gestación. Objetivo: identificar conocimientos, prácticas alimentarias y consumo de suplementos en gestantes. Materiales y métodos: estudio descriptivo en 295 gestantes beneficiarias de un programa complementación alimentaria, en 12 municipios antioqueños. Resultados: más de 60% de las gestantes de...

  19. Anemia y depleción de las reservas de hierro en adolescentes gestantes de una zona urbana y rural del estado Zulia, Venezuela

    OpenAIRE

    Ortega F, Pablo Antonio; Leal M, Jorymar Yoselyn; Chávez, Carlos Javier; Mejías C, Lidia; Chirinos Q, Noraima; Escalona V, Carolina del Pilar

    2012-01-01

    Objetivo: Analizar la prevalencia de anemia y depleción de las reservas corporales de hierro (DRFe) en adolescentes gestantes urbanas (U) y rurales (R). Metodología: Fueron estudiadas 214 adolescentes gestantes (U=100 y R=114), de baja condición socio-económica. Se realizó una evaluación clínica-obstétrica, nutricional y bioquímica. Según recomendaciones de la OMS y el Grupo Consultivo Internacional de Anemia se consideró anemia en gestantes, I y III trimestre Hb≤110g/L, y II trimestre Hb≤105...

  20. La inequidad en el acceso a la atención odontológica de las mujeres gestantes en Santander

    OpenAIRE

    Sonia Constanza Concha Sánchez; Carolina Morales Borrero

    2014-01-01

    Introducción: Las condiciones de vida, salud, atención y cuidado de las gestantes están comprometidas, en especial en las mujeres más pobres y vulnerables, y el componente bucal ejerce un papel importante en esta inequidad. Objetivo: Describir las condiciones sociales y económicas que determinan la inequidad en el acceso a la atención odontológica de las mujeres gestantes en Santander. Metodología: Se realizó un estudio observacional analítico de corte transversal que incluyó 8695 gestantes e...

  1. HIV rapid testing as a key strategy for prevention of mother-to-child transmission in Brazil Prueba rápida para el HIV como una estrategia para la prevención de la transmisión vertical en Brasil Teste rápido para o HIV como estratégia de prevenção da transmissão vertical no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdiléa G Veloso

    2010-10-01

    provide this population access to health care services after hospital discharge.OBJETIVO: Analizar la viabilidad de evaluación rápida del HIV entre gestantes en la admisión en la maternidad y de intervenciones para reducir la transmisión perinatal del HIV. MÉTODOS: Muestra de conveniencia de mujeres que desconocían su situación serológica para el HIV al ser admitidas para el parto en maternidades públicas de Rio de Janeiro (Sureste y de Porto alegre (Sur de Brasil, entre marzo de 2000 y abril de 2002. Las mujeres fueron aconsejadas y evaluadas con prueba rápida Determine HIV1/2 en la maternidad. Infección por el HIV fue confirmada por el algoritmo brasilero para el diagnóstico de la infección por el HIV. La transmisión intra- útero fue determinada por el PCR-DNA-HIV. Fueron realizados análisis descriptivos de los datos sociodemográficos, número de gestaciones y de abortos previos, número de visitas de prenatal, momento de la evaluación para el HIV, resultado de la prueba rápida para el HIV, intervenciones recibidas por los recién nacidos y de transmisión vertical del HIV, de acuerdo con cada ciudad. RESULTADOS: La prevalencia de HIV entre las mujeres fue de 6,5% (N=1.439 en Porto Alegre y 1,3% (N=3,778 en Rio de Janeiro. La mayoría fue evaluada durante el trabajo de parto en Porto Alegre y en el postparto, en Rio de Janeiro. Ciento y cuarenta y cuatro niños nacieron de 143 mujeres infectadas por el HIV. Todos los recién nacidos recibieron al menos la profilaxia con zidovudina oral, excepto uno en cada ciudad. Fue posible evitar cualquier exposición a la leche materna en 96,8% y 51,1% de los recién nacidos en Porto Alegre y en Rio de Janeiro, respectivamente. La zidovudina inyectable fue administrada durante el trabajo de parto a 68,8% de los recién nacidos en Porto Alegre y 27,7% en Rio de Janeiro. Entre aquellos con muestras de sangre colectadas hasta 48 horas de nacimiento, la transmisión intra-útero fue confirmada en cuatro casos en Rio

  2. Métodos de avaliação do consumo alimentar de gestantes: uma revisão Review of methods of dietary assessment during pregnant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Labronici Bertin

    2006-01-01

    Full Text Available As alterações fisiológicas causadas pela gravidez modificam as necessidades nutricionais e a ingestão alimentar de gestantes. A utilização correta de instrumentos que proporcionem o conhecimento do consumo alimentar no decorrer deste ciclo de vida torna-se relevante por permitir diagnosticar possíveis carências e excessos nutricionais. O objetivo da investigação foi realizar uma revisão bibliográfica sobre métodos de avaliação do consumo alimentar de gestantes. Os estudos analisados foram selecionados em bases eletrônicas de dados e publicados no período de 1994 a setembro de 2004, no Brasil e no exterior. Este artigo procura descrever e analisar os distintos métodos e os principais resultados dos estudos sobre determinação do consumo alimentar de gestantes, entre os quais destacam-se: recordatório de 24 horas (R24h, registro alimentar, questionário de freqüência de consumo alimentar e história alimentar. Os resultados apontam que o R24h foi o método mais freqüente, entretanto, seu uso muitas vezes não ultrapassa dois dias de investigação e nem leva em consideração finais de semana. A preferência por esse método está associada a sua praticidade e custo/benefício. Pode-se concluir que para obtenção de resultados seguros, a escolha do método e do desenho do estudo deve estar sempre relacionada com os objetivos da pesquisa.Physiological pregnancy changes impact nutritional needs and food intake. The adequate use of tools providing knowledge of food consumption during this life cycle is relevant because it enables the diagnosis for possible nutrition deficits and excesses. The objective of the survey was to perform a bibliographic review on food intake assessment methods during pregnancy. The literature reviewed was selected from an electronic database published between 1994 and September 2004 in Brazil and abroad. This article aims at describing and assessing the different methods and main results of studies

  3. Descubriendo las prácticas de cuidado de adolescentes gestantes con infección vaginal Descobrindo as práticas de cuidado de adolescentes gestantes com infecção vaginal Discovering care practices of pregnant adolescents with vaginal infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARY LUZ MONROY RUBIANO

    qualitativo, de tipo etnográfico, baseado na etnoenfermagem da teoria transcultural de Leininger. A técnica de pesquisa esteve baseada no uso do questionário e analise etnográfica de Spradley, com uma média de três entrevistas a cada uma das sete participantes, até que houve suficiente informação. A amostra esteve caracterizada pela qualidade da informação fornecida. A partir da análise em profundidade se construíram três domínios e taxonomias: 1. Conhecimento da infecção vaginal, 2. Ações de proteção, 3. Conselhos recebidos. O estudo revelou que as adolescentes gestantes sabiam sobre a infecção vaginal, conheciam as causas e conseqüências relacionadas e estabeleciam medidas de proteção dirigidas a cuidar da infecção e evitar a reinfecção, tomando um tratamento baseado mais em conselhos informais que formais. O cuidado durante infecções vaginais entre adolescentes gestantes evidenciou a posta em prática dos conselhos recebidos das fontes informais e formais para o desaparecimento da infecção vaginal e a fim de evitar a reinfecção e as complicações para elas e para o filho. Verificaramse também as diferentes formas em que conheciam e estabeleciam práticas de cuidado durante a infecção vaginal e salientouse a ausência de conselhos formais do profissional em enfermagem.The study was aimed at discovering the meaning of care from the perspective of cultural beliefs and customs of pregnant adolescents with vaginal infection diagnosis who had prenatal control at the ESE Hospital San Rafael of the city of Girardot during the first quarter of 2007. Qualitative ethnographic design, based on ethnonursing of Leininger's transcultural theory. Interviews and Spradley's ethnographic analysis were used and an average of three interviews was applied to each one of the 7 participants, until saturation of information was achieved. The sample's representativeness was based on the quality of the information offered. From the in depth analysis, three

  4. Descubriendo las prácticas de cuidado de adolescentes gestantes con infección vaginal Discovering care practices of pregnant adolescents with vaginal infection Descobrindo as práticas de cuidado de adolescentes gestantes com infecção vaginal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MUÑOZ DE RODRÍGUEZ LUCY

    2009-12-01

    profundidade se construíram três domínios e taxonomias: 1. Conhecimento da infecção vaginal, 2. Ações de proteção, 3. Conselhos recebidos. O estudo revelou que as adolescentes gestantes sabiam sobre a infecção vaginal, conheciam as causas e conseqüências relacionadas e estabeleciam medidas de proteção dirigidas a cuidar da infecção e evitar a reinfecção, tomando um tratamento baseado mais em conselhos informais que formais. O cuidado durante infecções vaginais entre adolescentes gestantes evidenciou a posta em prática dos conselhos recebidos das fontes informais e formais para o desaparecimento da infecção vaginal e a fim de evitar a reinfecção e as complicações para elas e para o filho. Verificaram-se também as diferentes formas em que conheciam e estabeleciam práticas de cuidado durante a infecção vaginal e salientou-se a ausência de conselhos formais do profissional em enfermagem.

  5. Caracterización de la anemia durante el embarazo y algunos factores de riesgo asociados, en gestantes del municipio regla

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Irania San Gil Suárez

    Full Text Available Introducción: la anemia como problema mundial constituye un indicador general de pobre salud. En Latinoamérica la anemia ferripriva afecta a los grupos vulnerables como las embarazadas. Cuba no está exenta de esta carencia nutricional y su prevalencia alcanza el 25 % de las embarazadas. Objetivo: caracterizar la anemia durante la gestación y su relación con posibles factores asociados. Métodos: se realizó un estudio observacional, descriptivo y de corte transversal en 68 gestantes entre 28 y 32 semanas del Policlínico Lidia y Clodomiro, en el período de octubre a noviembre de 2010. Se aplicó una encuesta con datos sociodemográficos, antecedentes obstétricos y del embarazo actual y se determinó la hemoglobina. Resultados: se observó una disminución de los valores medios de hemoglobina entre el primer trimestre (112 g/L y el tercero (108 g/L. También se constató una alta frecuencia de anemia tanto en el primer trimestre (35,3 % como en el tercer trimestre del embarazo (56,0%, con una anemia moderada más alta. La anemia al inicio del embarazo resultó un factor de riesgo (ρ=0,02 de la existencia de anemia al tercer trimestre. Conclusiones: existió una alta frecuencia de anemia, siendo la anemia moderada la más frecuente, tanto en el primer trimestre como en el tercer trimestre de las embarazadas estudiadas. La anemia al inicio del embarazo resultó ser el factor de riesgo más importante encontrado en nuestro estudio a la existencia de anemia en el tercer trimestre, con independencia de otros posibles factores involucrados.

  6. Malária grave em gestantes Severe malaria in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Barbosa Fernandes

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a evolução clínica de três pacientes grávidas com malária grave internadas em unidade de terapia intensiva de um hospital localizado em Porto Velho (RO. MÉTODOS: foi realizado estudo descritivo em três gestantes, portadoras de malária por Plasmodium falciparum, internadas em unidade de terapia intensiva em Porto Velho, no período de 2005 a 2006. As variáveis categóricas utilizadas foram os critérios de classificação da Organização Mundial de Saúde para classificação de malária grave e os índices Acute Physiology and Chronic Health disease Classification System II (APACHE II e Sepsis Related Organ Failure Assessment (SOFA preditores de morbidade e gravidade das doenças em unidade de terapia intensiva. RESULTADOS: a malária adquirida pelas gestantes, caracterizada pela infecção por Plasmodium falciparum na forma grave da doença, resultou em óbito para as três pacientes e seus conceptos. CONCLUSÕES: embora a casuística seja pequena, a importância deste estudo reflete a repercussão da malária grave em gestantes, bem como a necessidade de um acompanhamento pré-natal mais criterioso e atento à identificação precoce do início das complicações da malária em gestantes.PURPOSE: to analyze the clinical course of three pregnant patients with severe malaria admitted to the intensive care unit of a hospital in Porto Velho (RO, Brazil. METHODS: a descriptive study was conducted on three pregnant women infected with Plasmodium falciparum malaria, admitted to the intensive care unit of a hospital in Porto Velho from 2005 to 2006. Categorical variables used were the classification criteria of the World Health Organization which ranks severe malaria and the Acute Physiology and Chronic Health Disease Classification System II (APACHE II and Sepsis Related Organ Failure Assessment (SOFA predictors of morbidity and severity of intensive care unit diseases. RESULTS: the malaria acquired by the pregnant

  7. Uso de preservativos, risco e ocorrência de gravidez não planejada e conhecimento e acesso à contracepção de emergência entre mulheres com HIV/aids The use of preservatives, risk and occurrence of non-planned pregnancies, and awareness about and access to emergency contraception among HIV/aids-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Figueiredo

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo enfoca o risco e a ocorrência de gravidez não planejada, abortos, conhecimento, acesso e uso da contracepção de emergência entre mulheres com HIV/aids. Utilizou-se abordagem quantitativa observacional realizada através de inquérito domiciliar em Santo André (SP, na qual se constatou que, após a informação sobre a infecção, 62,8% aderiram ao uso do preservativo masculino, 77,2% utilizando-o exclusivamente, 13% associando-o à pílula ou injeções hormonais e 9,8% alternado seu uso com coito interrompido, tabelinha ou duchas vaginais. Falhas mecânicas no uso do preservativo ocorreram com 38% e, somadas às falhas ligadas à alternância com métodos comportamentais, foram responsáveis por 40% dos casos de gravidez não planejada, ocorridas com 24% das entrevistadas, 22% resultando em abortos provocados. A contracepção de emergência era conhecida por 51,4% e apenas 2,7% a utilizaram. Conclui-se que falhas mecânicas ou comportamentais associadas ao uso de preservativo por mulheres com HIV/aids aumentam sua exposição a gestações não planejadas e abortos. É necessário ampliar as opções e fornecimento de métodos anticoncepcionais, incluindo a contracepção de emergência, bem como reorientar constantemente o uso de preservativos entre este público.This paper focuses both the risk and the occurrence of non-planned pregnancy, abortions, as well as the awareness about and the use of emergency contraception among HIV/aids-infected women. A quantitative observational approach was used after a domiciliary survey in Santo Andre, São Paulo State, Brazil, where it was found that, after receiving the information about the infection, 62.8% adopted the use of male condom, 77.2% using it exclusively, 13% associated with hormone injections, and 9.8% alternated with either interrupted intercourse, fertility schedule or vaginal shower. Mechanical flaws by the use of the preservative occurred to 38%. Added to flaws associated

  8. Motivação de gestantes para o aleitamento materno Motivating breastfeeding among expectant mothers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Aparecida Moreira Takushi

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer os motivos de gestantes para o aleitamento materno. MÉTODOS: É um estudo qualitativo realizado com 164 gestantes assistidas no pré-natal em dois Centros de Saúde na região central da cidade de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas sobre motivação para amamentar. As narrativas foram organizadas em planilha eletrônica em busca de categorias. RESULTADOS: As principais categorias identificadas estavam relacionadas à saúde da criança, da mulher e aos benefícios da prática de amamentar e do leite materno. A maioria das mulheres (98,8% foi favorável à amamentação. Benefícios à saúde da criança foi o motivo mais freqüente (73,8%. CONCLUSÃO: A motivação ao aleitamento materno foi centrada nos benefícios à saúde da criança. A amamentação é valorizada independentemente da vontade materna.OBJECTIVE: The present study sought to discover the reasons for expectant mothers to breastfeed. METHODS: This was a qualitative study involving 164 expectant mothers attending prenatal care in two health centers of the city of São Paulo. Semi-structured interviews were done to collect data on the reasons to breastfeed. The information was organized in a spreadsheet to search for categories. RESULTS: The main identified categories regarded the child's and woman's health and the benefits of breastfeeding and breast milk. The majority of the women (98.8% regarded breastfeeding favorably. Benefit to the child's health was the reason mentioned most often (73.8%. CONCLUSION: Motivation to breastfeed was based on benefits to the child's health. Breastfeeding is valued regardless of the mother's will.

  9. Registro periodontal simplificado em gestantes Periodontal screening and recording in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda L. Rosell

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar através do PSR (Registro Periodontal Simplificado a prevalência, severidade e necessidades básicas de tratamento da doença periodontal em gestantes que freqüentaram a Clínica de Prevenção da Faculdade de Odontologia de Araraquara ­ UNESP. MÉTODOS: Foram examinadas 41 gestantes com idades que variaram de 16 a 37 anos. O PSR foi aplicado com auxílio de uma sonda especialmente recomendada para este exame (sonda Trinity - tipo 621 OMS, indicando os códigos 0 a 4 cujos critérios identificam de saúde gengival, sangramento, cálculo, bolsa periodontal rasa e profunda. Estes foram atribuídos a cada sextante, podendo ou não estarem associados a um asterisco (* diante da presença de recessão gengival, invasão de furca, mobilidade ou alterações muco-gengivais. RESULTADOS: Demonstraram que 100% das gestantes apresentaram alguma alteração gengival, sendo os códigos 2 (56,1% e o * (19,5% os mais prevalentes. Os grupos etários de 15-19 e 20-24 anos, apresentaram o código 2 como maior escore e ausência de sextante excluído (X. A partir do grupo de 25-29 anos, além da maior prevalência ainda ser do código 2 (54,5%, ocorreram os códigos 3 e 4 (bolsa periodontal. Os códigos * e sextante excluído (X tenderam a aumentar com a idade no grupo de 30-37 anos. De modo geral, os códigos 1 e 2, prevaleceram em relação ao percentual de sextantes afetados, correspondendo a 41,6% e 39,8%, respectivamente e afetando 2,49 e 2,39 sextantes, em média, por gestante. Em relação às necessidades de tratamento, 90,2% das gestantes necessitaram tratamentos adicionais aos preventivos, ou seja, 61,0% das gestantes necessitaram de raspagem e alisamento radicular e/ou eliminar margens de restaurações defeituosas e 29,2% de tratamento complexo. CONCLUSÃO: O atendimento às necessidades de tratamento na gravidez deve receber especial atenção com o intuito de se promover saúde bucal e motivação, e conseqüentemente, contribuir

  10. Estado nutricional de gestantes avaliado por três diferentes métodos de classificação antropométrica Nutritional status of pregnant women according to three different anthropometric classification methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Bezerra de Melo

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional de gestantes por três diferentes métodos. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, realizado entre janeiro e junho de 2006, com 992 gestantes de um serviço público. O estado nutricional foi classificado por diferentes métodos de avaliação: nomograma de Rosso, método de Atalah e gestograma do Centro Latino Americano de Perinatologia. Os resultados foram comparados com o estado nutricional de mulheres não gestantes em idade reprodutiva da Região Nordeste e do Brasil. As diferenças foram analisadas pelo teste qui-quadrado de bondade de ajuste, adotando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: O baixo peso gravídico avaliado pelo nomograma de Rosso foi a condição que mais contribuiu para a diferença encontrada (pOBJECTIVE: This study assessed the nutritional status of pregnant women by three different methods. METHODS: A cross sectional study was conducted between January and June 2006 with 992 pregnant women attending a public prenatal care facility. Nutritional status was classified according to different assessment methods (Rosso nomogram, Atalah method and the Latin American Center for Perinatology gestogram. The results were compared with the nutritional status of nonpregnant women in childbearing age in the Brazilian Northeast and all of Brazil. The differences were analyzed by the chi-square goodness of fit test, with a significance level of 5%. RESULTS: Low weight of pregnant women according to the Rosso nomogram was the condition that most contributed to the difference (p<0.001. According to the Atalah method, extreme differences were also observed in the prevalences of underweight pregnant women both in the Northeast and in all of Brazil. In relation to the gestogram of the Perinatology Latin American Center, the greatest prevalence differences also occurred among the underweight: 18% versus 7.4% for the Northeast Region and 18% versus 6.7% for Brazil, although this was the

  11. Avaliação da Vitalidade Fetal em Gestantes Diabéticas: Análise dos Resultados Neonatais Fetal Surveillance in Pregnancies Complicated by Diabetes: Analysis of Neonatal Outcome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto

    2000-10-01

    Full Text Available Objetivos: estudar os testes de avaliação da vitalidade fetal em gestantes diabéticas e relacionar com os resultados neonatais. Métodos: estudamos 387 gestantes diabéticas atendidas no Setor de Vitalidade Fetal. O último exame (cardiotocografia, perfil biofísico fetal, índice de líquido amniótico e dopplervelocimetria foi relacionado com os resultados neonatais. Resultados: a população foi de 46 gestantes diabéticas tipo I (12%, 45 tipo II (12% e 296 gestacionais (76%. Entre as do tipo I, a cardiotocografia suspeita ou alterada correlacionou-se com Apgar de 1º minuto alterado (50 e 75%; pPurpose: to study the fetal well-being assessment in pregnancies complicated by diabetes, and to analyze the neonatal results. Methods: we studied 387 pregnant women with diabetes at the Fetal Surveillance Unit. The last examination (cardiotocography, fetal biophysical profile, amniotic fluid index and dopplervelocimetry was correlated with the neonatal outcome. Results: the studied population included 46 (12% type I diabetes, 45 (12% type II and 296 (76% gestational diabetes. Type I diabetes with abnormal or suspected cardiotocography was related to abnormal 1st minute Apgar (50 and 75%, p<0.05 and to the need for neonatal intensive care unit (50 and 75%, p<0.05. The abnormal biophysical profile in type II diabetic pregnancy was related to the need for neonatal intensive care (67%, p<0.05, and abnormal umbilical artery Doppler study was related to abnormal 1st minute Apgar (67%, p<0.05. Gestational diabetes with abnormal cardiotocography presented 36% abnormal 1st minute Apgar (p<0.05, 18% abnormal 5th minute Apgar (p<0.01 and 18% neonatal death (p<0.01. Abnormal amniotic fluid index was related to abnormal 5th minute Apgar (p<0.05 and need for neonatal intensive care unit (p<0.05. Gestational diabetes with abnormal umbilical artery Doppler was related (p<0.05 to: abnormal 1st and 5th minute Apgar, respectively, 25 and 8%, Need for neonatal

  12. Saber e prática contraceptiva e prevenção de DST/HIV/AIDS em universitários da área da saúde Conocimiento y práctica contraceptiva y prevención de las DST/SIDA entre estudiantes de la universidad Knowledge, contraceptive practice and HIV/AIDS prevention among university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Trindade Ferreira Leite

    2007-08-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujo objeto de estudo consiste na análise da prática dos universitários acerca da contracepção e controle das DSTS/HIV/AIDS. E teve como objetivo identificar o método contraceptivo de preferência no universo dos universitários, bem como descobrir os aspectos que pesam na hora dessa escolha e se há relação na escolha desse método contraceptivo com a prevenção das doenças. Os resultados alertam para a necessidade de mudanças na atitude dos futuros profissionais de saúde, seja na maneira atual de ensino, seja no modo de oferecer suporte para que estes realmente entendam a importância e necessidade das práticas sexuais seguras, associadas ao uso de métodos contraceptivos.Investigación descriptiva cualitativo sobre el conocimento de los estudiantes de infermage e medicina de la universidad y de cuidado referentes la opción anticonceptiva y al control de DST/SIDA. Identificando la opción anticonceptiva del método entre éstos que gradúan, y la evidencia si ellos métodos del associate a la prevención del DST's/SIDA o no. Los datos fueron recogidos por entrevistas semi structuralized en cassette de cinta. Los datos producidos foran reorganizados y analizados basado en referencial teórico. Los resultados alertan para cambio de las actitudes de los estudiantes, de la educación de modo que realmente entiendan la importancia y la necesidad de práctico sexual seguro, y a los métodos anticonceptivos asociados a enfermedades sexuales, control de HIV/SIDA y prevención del embarazo.Descriptive research of qualitative approach, with the study object about college medicine and nursing students concerning the contraceptive choice and DST/SIDA control. Identifying the contraceptive method choice between these graduating, and to evidence if they associate the methods to the prevention of the DST's/SIDA or not. The data were collected by semi-structured interviews in ribbon cassette. The produced

  13. Desempenho, características de carcaça e composição química de diferentes cortes comerciais de novilhas mestiças não-gestantes ou gestantes terminadas em confinamento - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i4.1010 Performance, carcass characteristics and chemical composition of nonpregnant or pregnant heifers finished in feedlot - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i4.1010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Makoto Matsushita

    2008-03-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito da gestação sobre o desempenho, características de carcaça e composição físico-química de cinco cortes de novilhas mestiças em confinamento. Utilizaram-se cinco novilhas gestantes e cinco não-gestantes com 20 meses e peso corporal de 323 kg. Não houve diferença (p > 0,05 para peso final, ganho médio diário, consumo, conversão alimentar, peso de carcaça, rendimento de carcaça, área de olho de lombo e espessura de gordura de cobertura entre os tratamentos. O acém das novilhas gestantes teve maiores teores (p This work was carried out to study the effect of pregnancy on performance, carcass characteristics and chemical composition of crossbred heifers in comparison with nonpregnant heifers finished in feedlot. Five pregnant heifers and five nonpregnant heifers, 20 months old and with initial live weight of 327 kg were used. The initial live weight, final weight, average daily gain, intake, feed conversion, carcass weight, hot carcass dressing, Longissimus area and fat thickness (4.21 mm did not differ (p > 0.05 between treatments. Pregnant heifers chuck showed higher levels (p < 0.05 of moisture and ash, and lower levels (p < 0.05 of total fat, than nonpregnant heifers. Pregnant heifers rump showed higher levels (p < 0.05 of moisture. Nonpregnant heifers striploin had the highest level (p < 0.05 of moisture. The fatty acid profile of pregnant heifers chuck had the highest levels (p < 0.05 of 14:0, 16:1n7 and 20:4n6, but showed the lowest level (p < 0.05 of 17:0. Nonpregnant heifers topside showed the highest levels (p < 0.05 of 18:1t11 and 18:2c9t1. Pregnant heifers chuck showed the highest level (p < 0.05 of PUFA. Nonpregnant heifers had higher levels of n-6 fatty acids than pregnant heifers. The striploin of pregnant heifers showed higher percentage (p < 0.05 of n-3.

  14. AIDS by mother-to-child transmission: survival analysis of cases followed from 1983 to 2002 in different regions of Brazil AIDS por transmissão vertical: análise de sobrevivência dos casos acompanhados entre 1983 e 2002 nas diferentes regiões do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Harunari Matida

    2007-01-01

    Full Text Available Antiretroviral therapy contributes to decreasing morbidity and mortality, and ultimately to increasing survival. In Brazil, there are regional differences in HIV epidemiology regarding pregnant women and children with HIV/AIDS. This study evaluates survival time after AIDS diagnosis in 914 children infected by mother-to-child transmission, reported between 1983 and 1998 and followed until 2002, in Brazil's five regions. Time between birth and HIV diagnosis decreased over the years, mainly in the South and Southeast Regions. There was a significant improvement in survival; more than 75% of cases were still living four years after diagnosis in the 1997-1998 group. This Brazilian study demonstrates that even with regional inequalities in health care infrastructure it is possible for a developing country to establish an effective system of universal and free access to antiretroviral therapy that produces a significant increase in survival for children with AIDS.A terapia anti-retroviral contribui para a diminuição da morbidade e da mortalidade, com conseqüente aumento da sobrevida. No Brasil, há diferenças regionais relativas à dinâmica da epidemia do HIV e ao seu enfrentamento no grupo das gestantes e das crianças com HIV/AIDS. Este estudo verifica o tempo de sobrevida após o diagnóstico de AIDS em 914 crianças infectadas por transmissão vertical, entre os anos de 1983 e 1998, e acompanhadas até 2002, nas cinco regiões brasileiras. O tempo do nascimento ao diagnóstico de infecção pelo HIV, ao longo dos anos, apresenta uma diminuição, principalmente nos estados das regiões Sul e Sudeste. Houve melhora significativa da sobrevivência, mais de 75% dos casos ainda estavam vivendo quatro anos após o diagnóstico, no grupo de 1997 e 1998. Esta análise brasileira mostra ser possível para um país em desenvolvimento estabelecer um sistema efetivo de acesso gratuito e universal à terapia anti-retroviral, mesmo com dificuldades

  15. Prevalência de deficiência de ferro em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil: etiologia da anemia The prevalence of iron deficiency in pregnant women at their first consultation in health centers in a metropolitan area, Brazil: etiology of anemia in anemic pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elvira Maria Guerra

    1992-04-01

    Full Text Available No período compreendido entre abril e outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta , que estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante em oito Centros de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (Brasil. Na ocasião da coleta de material estas gestantes não faziam uso de medicamentos que continham ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos; 65,9% delas pertenciam a famílias com renda de até um SMPC (salário mínimo per capita e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. Tomando-se a saturação da transferrina inferior a 15% como índice mínimo para definir a deficiência de ferro, a prevalência de deficiência de ferro no primeiro trimestre (4,6% foi significativamente menor do que a observada no segundo (17,3%, e esta foi menor do que no terceiro trimestre (42,8%. A prevalência de deficiência de ferro total agrupada nos três trimestres foi de 12,4%. Não houve diferença significativa entre as prevalências de deficiência de ferro segundo o número de partos. Esta prevalência foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda de até 0,5 SMPC. Nas gestantes anêmicas, 46,7% eram deficientes de ferro, 44,4% de ácido fólico, 20,0% de ferro e ácido fólico e nenhuma delas eram deficientes de vitamina B12.Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department in the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at their first routine consultation between April and October, 1988. Their average age was 25 and 65,9% of them belonged to families with a monthly income below US$ 50.00 per capita. Only 3.1% presented an income above US$ 150.00 per capita. Taking the minimum transferrin saturation threshold of 15% as determining iron deficiency, a 4.6% prevalence of iron deficiency was observed in the first

  16. App yo embarazo, una nueva forma de facilitar información a la gestante y su pareja

    OpenAIRE

    Amores Camacho, Sergio José; Ramírez Martínez, Elisa Isabel; Rodríguez Blanco, Noelia; Cazorla Amorós, Eduardo; Naranjo Fernández, Marta; Soriano, María Josefa

    2017-01-01

    Comunicación oral presentada en el 3er Congreso Internacional de Comunicación en Salud (3ICHC), celebrado los días 19 y 20 de octubre de 2017 en la Universidad Carlos III de Madrid. Los objetivos son mejorar los conocimientos y destrezas del cuidado de las gestantes, sus parejas y sus futuros recién nacidos, ofreciendo una información veraz, detallada y personalizada a las embarazadas y sus parejas

  17. A peregrinação das gestantes no Município do Rio de Janeiro: perfil de óbitos e nascimentos La peregrinación de las gestantes en lo municipio del rio de janeiro: perfil de obitos y nacimiento The peregrination of the pregnants in rio de janeiro city: deaths and births profile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enirtes Caetano Prates Melo

    2007-12-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo ecológico. Objetivou-se analisar as trajetórias dos nascimentos no município do Rio de Janeiro e identificar a relação entre oferta de serviços de saúde e fluxo de gestantes entre local de residência e a maternidade. Foram utilizados dados dos Sistemas de Informação sobre Mortalidade (SIM e Nascidos Vivos (SINASC de 2004. O processamento e mapeamento dos dados foram feitos através do programa TabWin. O SINASC processou 99.042 declarações de nascidos vivos e o SIM processou 1.318 declarações de óbitos em menores de um ano no Município do Rio de Janeiro. Concluiu-se que a possibilidade de intervenção no perfil da mortalidade infantil e materna desloca-se cada vez mais para a esfera dos serviços de saúde, e o acesso à assistência de qualidade tem papel fundamental na determinação da mortalidade. Deve-se investigar a existência de desigualdades no acesso a tais serviços.Tratase de un estudio ecológico que tiene como objetivo analizar las trayectorias de los nacimientos en lo Municipio del Rio de Janeiro y identificar la relación entre oferta de servicios de la salud y del flujo de gestantes entre el lugar de la residencia y la maternidad. Fueron utilizados los datos de los Sistemas de la Información sobre Mortalidad (SIM y Nacidos Vivos (SINASC de 2004. El proceso y el mapeamento de los datos fueron hechos a través del programa TabWin. El SINASC procesó 99.042 declaraciones de nacidos vivos y el SIM procesó 1.318 declaraciones de óbitos en menores de un año en lo Municipio del Rio de Janeiro. Concluyese que la posibilidad de intervención en el perfil de la mortalidad infantil y materna dislocase cada vez más para la esfera de los servicios de la salud, y el acceso a la asistencia de calidad tiene papel fundamental en la determinación de la mortalidad, débese, investigar la existencia de desigualdades en el acceso a tales servicios.This ecological study presented analyze of the birth

  18. ALTO DÉFICIT DE CONOCIMIENTOS Y PERCEPCIONES ADECUADAS SOBRE ALIMENTACIÓN EN GESTANTES DEL HOSPITAL APOYO IQUITOS, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene Paima

    2012-12-01

    Full Text Available Los conocimientos y percepciones sobre los alimentos ingeridos en la gestación tienen una vital importancia porque dependiendo de una buena alimentación en esta etapa, periodo en el que se incrementan notablemente las necesidades nutritivas para el beneficio del binomio madre – feto, será de mayor ayuda para prevenir en cada nueva gestación un déficit nutricional. Se realizó un estudio de descriptivo y transversal, la población estuvo conformada por todas las gestantes que acudieron al servicio de control pre natal del Hospital Iquitos Cesar Garay García. La muestra fue de 220 gestantes se utilizó un cuestionario validado por expertos. Se evidenció un alto porcentaje de conocimiento deficiente (43% sobre alimentación y percepciones inadecuadas (65% sobre alimentación en las gestantes de nuestro estudio. Se evidencia la necesidad de mejorar  el conocimiento sobre los alimentos importantes para presentar una gestación saludable. 

  19. ALTO DÉFICIT DE CONOCIMIENTOS Y PERCEPCIONES ADECUADAS SOBRE ALIMENTACIÓN EN GESTANTES DEL HOSPITAL APOYO IQUITOS, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene Paima

    2012-12-01

    Full Text Available Los conocimientos y percepciones sobre los alimentos ingeridos en la gestación tienen una vital importancia porque dependiendo de una buena alimentación en esta etapa, periodo en el que se incrementan notablemente las necesidades nutritivas para el beneficio del binomio madre – feto, será de mayor ayuda para prevenir en cada nueva gestación un déficit nutricional. Se realizó un estudio de descriptivo y transversal, la población estuvo conformada por todas las gestantes que acudieron al servicio de control pre natal del Hospital Iquitos Cesar Garay García. La muestra fue de 220 gestantes se utilizó un cuestionario validado por expertos. Se evidenció un alto porcentaje de conocimiento deficiente (43% sobre alimentación y percepciones inadecuadas (65% sobre alimentación en las gestantes de nuestro estudio. Se evidencia la necesidad de mejorar el conocimiento sobre los alimentos importantes para presentar una gestación saludable.

  20. Função sexual e qualidade de vida em gestantes de baixo risco Sexual function and quality of life of low-risk pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Queiroz Ferreira

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar em gestantes saudáveis no segundo trimestre a associação entre função sexual e qualidade de vida, e função sexual e satisfação sexual. MÉTODOS: Estudo transversal com 51 gestantes em acompanhamento em ambulatório de pré-natal de baixo risco. A função sexual foi aferida por meio do Quociente Sexual - Versão Feminina (QS-F. A qualidade de vida e a satisfação sexual foram avaliadas pelo Instrumento Abreviado de Avaliação de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref. Os critérios de inclusão foram idade gestacional entre a 15ª e a 26ª semana, idade materna igual ou superior a 20 anos, mínimo de 5 anos de educação escolar, ter parceiro fixo há pelo menos 6 meses, ter tido relação sexual com penetração vaginal nos últimos 15 dias. Foram excluídas mulheres vítimas de violência sexual, com história pregressa ou atual de depressão, antecedente de aborto habitual ou complicações na gestação atual (amniorrexe prematura, trabalho de parto prematuro ou hemorragia. Para a análise dos dados foram utilizados os testes do χ² e exato de Fisher e pPURPOSE: To evaluate, in healthy women in the second trimester of pregnancy, a possible association between sexual function and quality of life, and between sexual function and sexual satisfaction. METHODS: This cross-sectional study involved 51 pregnant women managed at a low-risk antenatal care clinic. Sexual function was evaluated through the Sexual Quotient - Female Version (QS-F questionnaire. Quality of life and sexual satisfaction were evaluated though the brief version of the World Health Organization Quality of Life questionnaire (WHOQOL-bref. Inclusion criteria were pregnancy between 15-26 weeks, maternal age 20 or more years, at least five years of scholling, in a relationship with a single partner for the last 6 months, having sexual intercourse with vaginal penetration in the last 15 days. We excluded women with a history

  1. Aspectos clínicos e o hemograma em crianças expostas ao HIV-1: comparação entre pacientes infectados e soro-reversores Clinical aspects and complete blood counts in children exposed to HIV-1: comparison between infected patients and seroreverters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elianete B. Silva

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar evolutivamente aspectos clínicos e hematológicos de crianças expostas à transmissão vertical do HIV-1 e comparar as que se infectaram com aquelas que não se infectaram, ou soro-reversoras. MÉTODOS: trata-se de estudo prospectivo, descritivo, longitudinal. Foram analisadas 79 crianças, filhas de mães infectadas pelo HIV-1, sob seguimento entre março de 1996 a novembro de 1997, no Ambulatório de Imunodeficiência do Hospital de Clínicas da Unicamp. RESULTADOS: houve comprometimento pôndero-estatural em ambos os grupos, sendo maior nos soro-reversores. No grupo das crianças infectadas, 23 mães não fizeram terapia com AZT na gestação, 16 pacientes (61,5% foram amamentados ao seio, quatro foram classificadas na categoria clínica N, sete na A, e 15 na B. Manifestações clínicas antes de um ano de idade ocorreram em 18 lactentes (69,2%. Anemia se manifestou em 73,1% das crianças infectadas, e em 41,5% das com soro-reversão (P OBJECTIVE: to analyze the evolution of clinical and hematological aspects of children exposed to the vertical transmission of HIV-1, comparing infected patients with uninfected ones or seroreverters. METHODS: prospective, descriptive, longitudinal study. We analyzed 79 children born from HIV-1 infected mothers, under clinical follow up from March, 1996 until November, 1997, at the Immunodeficiency division of the Hospital de Clínicas da Unicamp (State University Hospital of Campinas. RESULTS: failure to thrive was observed in both groups, but was greater among seroreverters. Among the infected children, 23 mothers did not use AZT during pregnancy, 16 of them (61.5% had been breastfed, four were classified into clinical category N, seven into A and fifteen into B. Clinical manifestations in patients younger than one year were seen in 18 infected children (69.2%. Anemia was observed in 73.1% of the infected group and in 41.5% of the seroreverters (P < 0.008. The comparison between the

  2. Vascularização arterial dos cornos uterinos em gatas gestantes sem raça definida (Felis catus Linnaeus, 1758

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Marques Silva

    2004-02-01

    Full Text Available Utilizaram-se 24 gatas gestantes, sem raça definida, doadas para o estudo da vascularização arterial dos cornos uterinos. Em 20 animais, com o intervalo gestacional entre 7 e 9 semanas, a aorta abdominal foi injetada com Látex-Neoprene 650 corado, associado ao Sulfato de Bário 1004. Os animais foram então radiografados, fixados em solução aquosa de formol 10% e dissecados para estudo da distribuição dos vasos arteriais destinados às regiões paraplacentárias e de cintas placentárias. Em 4 animais realizou-se o exame por Ecografia Power Doppler, onde se observou que nas regiões das cintas placentárias o índice de resistência dos vasos apresenta-se menor do que o encontrado ao longo da artéria uterina. Em todas as observações, a artéria uterina é o principal vaso a irrigar os cornos uterinos, emitindo de 2 a 17 ramos, com maior freqüência de 5 a 12 ramos, os quais se distribuem nas regiões paraplacentárias e/ou das cintas placentárias, formando arcadas anastomósticas. Não houve diferenças estatísticas significativas do número de ramos para cada região individualmente, porém a análise das radiografias contrastadas demonstrou haver uma concentração maior de contraste nas regiões das cintas placentárias. A artéria ovárica participa da vascularização arterial da extremidade cranial dos cornos uterinos, onde se anastomosa com ramos da artéria uterina.

  3. Força dos músculos do assoalho pélvico e função sexual em gestantes Strength of pelvic floor muscles and sexual function during pregnancy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseli Franceschet

    2009-10-01

    Full Text Available CONTEXTUALIZAÇÃO: O bem-estar sexual depende de músculos do assoalho pélvico (MAP fortes o suficiente para manter a sua função. Durante a gestação, tanto a função sexual como a força dos MAP podem modificar-se. OBJETIVOS: Comparar o grau de força dos MAP e a função sexual em gestantes do segundo e terceiro trimestres. MÉTODOS: Pesquisa descritiva causal comparativa realizada com 37 gestantes de Florianópolis (18 do segundo e 19 do terceiro trimestre, com média de idade de 25,22 anos (±5,7 anos. Os instrumentos utilizados foram o Questionário Female Sexual Function Index (FSFI e o Teste Manual da Musculatura do Assoalho Pélvico, utilizando a escala de Oxford modificada para graduação da força. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial (teste t independente, teste U de Mann Whitney, correlação de Spearman, nível de significância de 0,05. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre a média dos valores dos postos do grau de contração dos MAP de gestantes do segundo e do terceiro trimestre (U=150,5; p=0,512. Todavia, a função sexual das gestantes do segundo trimestre de gestação foi melhor que as do terceiro (U=104; p=0,042, e o grau de contração dos MAP apresentou correlações estatisticamente significativas com a idade (ρ=0,320, p=0,041 e com o escore do FSFI (ρ=0,540, pBACKGROUND: Sexual well-being depends on pelvic floor muscles (PFMs that are strong enough to maintain their function. During pregnancy, both the sexual function and the strength of the PFMs may be altered. OBJECTIVES: to compare the degree of PFM strength and the sexual function of pregnant women in the second and the third trimesters. METHODS: a descriptive, causal-comparative study was carried out with 37 pregnant women in Florianópolis (18 in the second trimester and 19 in the third trimester with a mean age of 25.22 years (±5.7 years. The instruments used were the Female Sexual Function Index

  4. Associação entre as orientações pré-natais em aleitamento materno e a satisfação com o apoio para amamentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivianne Cavalcanti do Nascimento

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: analisar a associação entre orientações pré-natais em aleitamento materno e a satisfação das gestantes com o apoio recebido para amamentar. MÉTODOS: estudo transversal realizado no município do Rio de Janeiro, Brasil, com amostra representativa de 461 gestantes acompanhadas nos 15 hospitais com mais de 1000 partos/ano do Sistema Único de Saúde. Sete desses hospitais eram credenciados na Iniciativa Hospital Amigo da Criança e oito não. As razões de prevalência (RP da satisfação foram obtidas por modelo de regressão de Poisson com variância robusta, segundo modelo hierarquizado. RESULTADOS: ficaram satisfeitas com o apoio recebido para amamentar 62,0% das gestantes. As variáveis associadas ao desfecho na análise múltipla foram ter recebido orientação sobre como amamentar (RP=1,77; IC95%: 1,38-2,28, ter recebido orientação sobre livre demanda (RP=1,52; IC95%: 1,22-1,88, ter recebido orientação sobre não uso de mamadeira e outros leites (RP=1,35; IC95%: 1,15-1,58 e a qualidade do acompanhamento pré-natal segundo a percepção da gestante (RP=1,22; IC95%: 1,08-1,38. CONCLUSÕES: a satisfação da gestante com o apoio recebido para amamentar não variou segundo as características sociodemográficas da mulher, porém se associou a orientações pré-natais sobre aleitamento materno, ressaltando a importância da qualidade da assistência.

  5. O significado da maternidade na adolescência para jovens gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Garcia Dias

    2015-05-01

    Full Text Available Esse trabalho busca discutir os significados da gestação e maternidade para adolescentes. Para tanto, foram realizadas oito entrevistas com gestantes adolescentes de 15 a 17 anos de idade, que se encontravam no terceiro trimestre de gestação. A entrevista abordou diferentes questões sobre gestação, maternidade e planos de vida das adolescentes. As respostas foram submetidas a uma análise de conteúdo temática. As falas revelaram que a maternidade pode ser almejada, pois a mesma é percebida como uma a possibilidade de construir a própria família e sentirem-se valorizadas socialmente. Por outro lado, o fenômeno da maternidade na adolescência não pode ser compreendido de uma única maneira, pois diversos fatores contribuem para a ocorrência do mesmo. Destaca-se que é necessário ir além de interpretações reducionistas e simplificadas que não consideram questões contextuais e históricas na compreensão desse fenômeno complexo.

  6. Prevalência e fatores associados a sintomas de ansiedade em uma coorte de gestantes atendidas em um centro de saúde do município do Rio de Janeiro Prevalence of anxiety symptoms and associated factors in a cohort of pregnant women attending a health care center in the municipality of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Marano Rocha Araújo

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar a prevalência e a associação entre variáveis sócio-demográficas, obstétricas, nutricionais e sintomas de ansiedade em gestantes. MÉTODOS: trata-se de estudo prospectivo com cinco ondas de seguimento. A presente análise é transversal e foi realizada com 151 gestantes. A variável dependente foi a presença ou ausência de ansiedade na gestação, medida entre a 19ª e 21ª semana de gestação. Utilizou-se o Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE para avaliar a ansiedade traço (a-traço. As variáveis independentes foram extraídas de um questionário com dados sócio-demográficos, obstétricos e nutricionais. A análise estatística foi realizada por meio da técnica de regressão multivariada de Poisson com variância robusta. RESULTADOS as gestantes tinham em média 25 anos e nove anos de escolaridade. A prevalência de ansiedade foi de 64,9% (IC95%: 56,7-72,5. No modelo multivariado observou-se que mulheres mais jovens (entre 18 e 24,9 anos, RP=1,35; IC95%: 1,06-1,71 e de menor escolaridade (um a oito anos, RP=1,39; IC95%: 1,11-1,73 apresentaram maior chance de desenvolver ansiedade. CONCLUSÕES: a prevalência de ansiedade foi elevada nesta amostra de gestantes acompanhadas em uma unidade básica de saúde. O conhecimento dos fatores associados à ansiedade é de fundamental importância para que a equipe multidisciplinar possa intervir de forma precoce e adequada no tratamento das gestantes.OBJECTIVES: to determine the prevalence and the association between socio-demographic, obstetric and nutritional variables and anxiety symptoms in pregnant women. METHODS: the study involved cohorts with five follow-up stages. A cross-sectional analysis was carried out of 151 pregnant women. The presence or absence of anxiety was treated as the dependent variable, which was measured between 19 and 21 weeks of gestation. The State-Trait Anxiety Inventory (STAIT scale was used to evaluate the anxiety trait. The

  7. Prevalence of hepatitis C virus and HIV infection among injection drug users in two Mexican cities bordering the U.S Prevalencia de los virus de la hepatitis C y de la inmunodeficiencia humana entre usuarios de drogas intravenosas, en dos ciudades mexicanas fronterizas con los Estados Unidos de America

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emily Faye White

    2007-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To estimate the prevalence of the hepatitis C virus (HCV and HIV infection and associated risk behaviors among injection drug users (IDUs in two northern Mexican cities. MATERIAL AND METHODS: Between February and April 2005, IDUs were recruited in Tijuana (N=222 and Ciudad Juarez (N=206 using respondent-driven sampling (RDS, a chain referral sampling approach. Interviewer-administered questionnaires assessed drug-using behaviors during the prior six months. Venous blood was collected for immunoassays to detect HIV and HCV antibodies. For HIV, Western blot or immunofluorescence assay was used for confirmatory testing. Final HCV antibody prevalence was estimated using RDS adjustments. RESULTS: Overall, HCV and HIV prevalence was 96.0% and 2.8%, respectively, and was similar in both cities. Most IDUs (87.5% reported passing on their used injection equipment to others, and 85.9% had received used equipment from others. CONCLUSIONS: HIV prevalence was relatively high given the prevalence of HIV in the general population, and HCV prevalence was extremely high among IDUs in Tijuana and Ciudad Juarez. Frequent sharing practices indicate a high potential for continued transmission for both infections. HCV counseling and testing for IDUs in Mexico and interventions to reduce sharing of injection equipment are needed.OBJETIVO: Estimar las prevalencias de los virus de hepatitis C (VHC y de VIH y los comportamientos de riesgo asociados con ellos, entre usuarios de drogas inyectables (UDI en dos ciudades del norte de México. MATERIAL Y MÉTODOS: Entre febrero y abril de 2005, se reclutaron UDIs en Tijuana (N=222 y en Ciudad Juárez (N=206, mediante un método de muestreo llamado en inglés "respondent-driven sampling" (RDS, lo cual es un sistema basado en cadenas de referencia. Los participantes contestaron una encuesta aplicada por entrevista, la cual indagó acerca de los comportamientos en el uso de drogas durante los seis meses previos. Una

  8. Cuidados pré-natais e puerperais às gestantes de um centro de saúde de Minas Gerais quanto ao risco de pré-eclâmpsia: aspectos clínicos, nutricionais e terapêuticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrick Leonardo Nogueira da Silva

    2017-10-01

    Full Text Available Introdução: A pré-eclâmpsia é uma condição específica da gestação que envolve a falência de diversos órgãos e está associada à hipertensão, à retenção generalizada de líquido (edema e à proteinúria. Trata-se de uma patologia obstétrica que surge após a vigésima semana de gestação, sendo mais frequente no terceiro trimestre, e que se estende até o puerpério. Objetivo: Avaliar os aspectos clínicos, nutricionais e terapêuticos nos cuidados pré-natais e puerperais às gestantes de um centro de saúde de Minas Gerais quanto ao risco de pré-eclâmpsia. Método: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, documental, com abordagem quantitativa realizado em um centro de saúde, em que a amostra foi composta por 36 mulheres em acompanhamento pré-natal e puerperal. Foi utilizado um questionário semiestruturado como instrumento de coleta de dados. Utilizou-se, ainda, o prontuário clínico de atendimento ambulatorial e o cartão da gestante para a captação dos dados. O tratamento estatístico se deu por meio de epidemiologia descritiva simples não paramétrica e não probabilística. Resultados: Houve prevalência de gestantes jovens; com idade entre 18-24 anos; primigestas; sem acompanhamento puerperal, antecedentes familiares e pessoais de doença hipertensiva. Houve predomínio de quatro refeições diárias com restrições hipersódicas. Apenas 10,8% utilizavam plantas medicinais, faziam uso de polifarmácia devido à sintomatologia múltipla da gestação, e manifestavam condutas quanto ao tratamento de modo a gerar falhas e comprometer a evolução gestacional. Conclusão: Há falhas no acompanhamento profissional à gestante em nível de Atenção Primária à Saúde, principalmente no que diz respeito à terapêutica, de modo a comprometer a qualidade da gravidez.

  9. Avaliação do perfil de risco de cárie dentária em gestantes de Araraquara, Brasil Evaluación de factores de riesgo de padecer caries dental en gestantes de Araraquara, Brasil Evaluation of risk factors suffering dental caries in pregnants from Araraquara, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Carolina De Aguiar

    2011-12-01

    Full Text Available O conhecimento do risco de cárie na gravidez é essencial para um correto plano de tratamento com ações educativas e preventivas às mães para que possam cuidar adequadamente de sua saúde bucal e de seus filhos. Este estudo retrospectivo teve como objetivo identificar o risco de cárie de gestantes (15-44 anos; média= 25 anos que frequentaram a clínica de odontologia preventiva da Faculdade de Odontologia de Araraquara, Universidade Estadual Paulista de 1999 a 2007. Um total de 166 prontuários, preenchidos por alunos do 3º ano do Curso de Graduação, seguindo orientações pré-estabelecidas, foram utilizados. Coletou-se informação sobre: classificação do diagnóstico de risco de cárie, trimestre gestacional, consumo de carboidratos (entre ou durante as refeições, placa corada (registro de controle de placa de O'Leary, número e grupo de dentes com experiência de cárie. Para análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado e ANOVA. A maioria das gestantes (92,1 % apresentou 25 % ou mais das superfícies dentárias com placa dental. A média (desvio-padrão de dentes obturados e cariados foi 7,9 (5,1 e 4,0 (3,4, respectiva emente. Os dentes posteriores foram os mais acometidos por cárie/restaurações. Quanto ao diagnóstico de risco à cárie, a classificação alta foi observada em 38,5 % das gestantes, moderada em 47,6 % e baixa em 13,9 %. Houve associação estatisticamente significativa (p= 0,001 entre o consumo de carboidratos e o diagnóstico de risco de cárie. O índice de placa foi semelhante nos diferentes trimestres gestacionais (f= 0,223; p= 0,803. Portanto pode-se concluir que o risco de cárie da grande maioria das gestantes foi alto ou moderado e esteve estatisticamente associado ao consumo de carboidratos.El conocimiento del riesgo de padecer de caries dental durante el periodo de embarazo es esencial para un correcto plan de tratamiento con las acciones educativas y preventivas necesarias para

  10. Estado nutricional e anemia ferropriva em gestantes: relação com o peso da criança ao nascer Nutritional status and iron-deficiency anemia in pregnant women: relationship with the weight of the child at birth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela da Silva Rocha

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a prevalência de anemia durante a gestação e correlacioná-los com o peso do recém-nascido. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal com gestantes que realizaram o pré-natal no único serviço público de saúde do município de Viçosa, MG, no período de dezembro de 2002 a maio de 2003. Foi aplicado questionário com informações maternas e realizada dosagem de hemoglobina através do Hemocue, além da obtenção de dados de peso e estatura da gestante. As informações referentes aos recém-nascidos foram obtidas no programa Sistema de Informação de Nascidos Vivos/MS. RESULTADOS: Foram avaliadas 168 gestantes de baixo nível socioeconômico e baixa escolaridade. Encontraram-se 41,3% de gestantes com estado nutricional pré-gestacional inadequado, sendo 25,7% com baixo peso e 17,4% com sobrepeso ou obesidade. A maioria das gestantes apresentou ganho de peso inadequado durante a gestação. A prevalência total de anemia ferropriva foi de 21,4%, sendo que essa aumentou com a idade gestacional. A freqüência de baixo peso e peso insuficiente ao nascer foi de 8,9% e 28,6%, respectivamente. As variáveis antropométricas (peso pré-gestacional, estatura, índice de massa corporal pré-gestacional e ganho de peso total apresentaram associação estatisticamente significante com o peso ao nascer. CONCLUSÃO: As variáveis antropométricas maternas apresentaram correlação com o peso ao nascer. Neste estudo não houve relação entre o estado nutricional de ferro das gestantes e o peso de nascimento.OBJECTIVE: The purpose of the study was to evaluate the nutritional status and prevalence to anemia during pregnancy, and to correlate these factors with the weight at birth. METHODS: A transversal study was carried out with pregnant women who underwent prenatal care at the only public health service in the municipality of Viçosa, MG, Brazil, from December 2002 to May 2003. A questionnaire was applied

  11. La pérdida y el abandono en gestantes desplazadas-Bogotá The feeling of loss and abandonment among pregnant displaced women -Bogotá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARÍA CARMEN BERNAL ROLDÁN

    2007-12-01

    Full Text Available Esta investigación se basa en la problemática de la población desplazada de nuestro país, específicamente de mujeres gestantes desplazadas, y en la línea de investigación Cuidado Materno Perinatal desde la Enfermería Transcultural de la Facultad de Enfermería, de la Universidad Nacional de Colombia. Se tuvo en cuenta la teoría del cuidado transcultural de Leininger (1978,la cual considera que el ser humano está inmerso en una red de relaciones sociales y situado en un determinado contexto, aspectos estos que permean su comportamiento, es decir, la cultura en la cual él crece y vive hace parte de sus prácticas de cuidado. Se usó el método de la etnoenfermería propuesto por Leininger (1985, con el objetivo de explorar el significado que tienen las gestantes desplazadas del cuidado de sí y de su hijo por nacer, desde lo émic punto de vista del nativo, en Bogotá (Localidades de Suba y Ciudad Bolívar. Las participantes fueron desplazadas de los departamentos de Tolima, Arauca, Cundinamarca, Caquetá, Bolívar, Guainía y Cauca, cuyas edades oscilaron entre los 14 y los 34 años, y el tiempo de desplazamiento estuvo entre los dos meses y un año. Los datos se obtuvieron por entrevista individual y grupal (doce participantes y por observación, y se aplicó el análisis etnográfico de Spradley (1980: dominios (categorías de significado que incluye otras categorías menores con sus relaciones semánticas, taxonomía (conjunto de categorías, análisis componencial (búsqueda de atributos asociados con símbolos culturales y temas (el más alto nivel de abstracción. Se obtuvo el tema El surgimiento de la esperanza en medio de la dificultad del desplazamiento de la gestante, con los subtemas: La pérdida y el abandono y El camino a seguir.This research concentrates on the displaced population of our country, specifically pregnant displaced women, and along the research line of Prenatal Maternal Care from the nursing Faculty of the

  12. Percepções de gestantes sobre atenção odontológica durante a gravidez The beliefs of pregnant women about dental care during gestation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimar Aparecida Britto Codato

    2008-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem como proposta discutir a percepção de gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde e também as assistidas em serviço privado conveniado sobre saúde bucal no período gestacional, por meio de entrevistas semi-estruturadas, cujos dados foram objeto de análise de conteúdo. Foram realizadas entrevistas até obter-se saturação em relação à compreensão dos objetivos dessa pesquisa, totalizando vinte. A análise e interpretação dos dados mostraram a existência de mitos, medos e restrições relacionados à atenção odontológica no pré-natal. A busca pela atenção odontológica entre as usuárias do SUS é mais rotineira e sistemática durante o pré-natal devido à oferta programática realizada neste período pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS, sendo uma oportunidade de resolver problemas odontológicos pré-existentes. Identificou-se entre as gestantes assistidas por convênio a existência de atenção odontológica programada em outras épocas e evitadas durante o pré-natal.The objective of this study was identifying beliefs of pregnant women, both users of the Unified Health System (the Brazilian Healthcare System and women assisted by the private sector, with respect to oral health and dental care during their pregnancy. The approach used in this survey was theme-based qualitative content analysis. The subjects' comprehension of the objectives of this study was checked in semi-structured interviews, a total of 20. Analysis and interpretation of the collected data revealed the existence of myths, fears and restrictions with regard to prenatal dental care. According to our findings the users of the Unified Health System seem to have dental visits on a more systematic and regular basis than the users of the private health sector, probably because the dental services offered by the prenatal program of the Primary Care Units is providing them with an opportunity to solve pre-existing dental problems

  13. Avaliação da saúde bucal das gestantes atendidas no PSF Adirbal Corralo na cidade Passo Fundo-RS

    OpenAIRE

    Carlos Alberto Rech; Patrícia Manfio

    2016-01-01

    O presente trabalho tem por objetivo analisar as condições e percepções de saúde bucal das gestantes que freqüentam o grupo de gestantes do PSF Adirbal Corralo na cidade de Passo Fundo-RS. Trata-se de um estudo quantitativo com abordagem descritiva. Para a coleta de dados foram utilizados questionários acerca da saúde bucal das gestantes, procurando observar quantas vezes e como é feita a escovação, o atendimento odontológico, as orientações odontológicas pré-natais e também exame clínico ver...

  14. Obesity and periodontal disease in diabetic pregnant women Obesidade e doença periodontal em gestantes diabéticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Chapper

    2005-06-01

    Full Text Available This cross-sectional study investigated the impact of pregestational overweight and obesity on periodontal status of patients with gestational diabetes mellitus (GDM. Sixty pregnant women with gestational diabetes mellitus (GDM were recruited for the study. According to the pregestational body mass index (BMI, patients were classified into 3 groups: normal, overweight or obese. The periodontal assessment parameters were the presence of gingival bleeding (GB and bleeding on probing (BOP per tooth. Clinical attachment loss (CAL was assessed per tooth and classified according to following values: 1 absence of attachment loss; 2 between 1 and 2 mm, 3 between 3 and 5 mm; and 4 CAL > 6 mm. The means of individual percentage of teeth with GB and BOP and the means of the individual classified values of CAL were compared through ANOVA. Differences between the groups were established through post hoc Bonferroni test for multiple comparisons (p O objetivo do presente estudo foi examinar o efeito da massa corporal prévia à gestação (IMC - índice de massa corpórea sobre o periodonto de pacientes com diabete mellitus gestacional (DMG. A amostra constituiu-se de 60 gestantes classificadas em 3 grupos segundo o IMC: normal, sobrepeso ou obeso. Os parâmetros de avaliação periodontal foram sangramento gengival (SG, sangramento à sondagem (SS e perda de inserção clínica periodontal (PI categorizada de acordo com os seguintes valores: 1 correspondente à ausência de perda de inserção; 2 PI entre 1 e 2 mm, 3 PI entre 3 e 5 mm; e 4 PI > 6 mm. Médias das porcentagens dos dentes com SG e SS e as médias dos valores categorizados, por dente, da perda de inserção foram comparadas por meio do teste ANOVA e as diferenças entre os grupos foram estabelecidas por meio do teste post hoc de Bonferroni para comparações múltiplas (p < 0,05. Diferenças estatisticamente significantes foram identificadas entre o grupo normal e obeso com relação às m

  15. Arterite de Takayasu em Gestante: Relato de Caso / Takayasu Arteritis in Pregnancy: Case Report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Resende Penido

    2015-12-01

    Full Text Available Introdução: A Arterite de Takayasu (AT consiste em uma vasculopatia de origem indefinida, sendo de caráter crônico, que afeta a aorta e seus ramos principais. Em gestantes é uma condição complexa, em que o tratamento clínico é realizado com restrições. A utilização de corticoides tem sido favorável no controle inflamatório, principalmente naqueles casos em que antes da gravidez se fazia uso de imunossupressores. Casuística: Foi relatado um caso de uma gestante portadora de AT, através da análise de prontuário e de exames complementares, sendo realizado o pré-natal pelas equipes de Obstetrícia e Reumatologia, onde foi realizado tratamento clínico com corticoides, mostrando uma evolução satisfatória, ocorrendo apenas uma hospitalização que foi seguida de uma cesárea na trigésima sexta semana de gravidez, com recém nato saudável de 3.810g. Discussão: A AT pode estar associada a várias etiologias, sendo a gênese pouco conhecida. O diagnóstico na maioria das vezes é demorado, pela dificuldade da suspeita clínica, além de demandar o uso de técnicas de imagem mais sofisticadas. A gestação associada é fenômeno raro, já que as portadoras são orientadas a evitarem a gravidez. O controle clínico permitiu uma gestação sem grandes complicações e serviu como meio para levar a gestação até praticamente o fim do terceiro trimestre. Conclusão: Deve-se ressaltar o papel do acompanhamento clínico, especialmente com esta pan-arterite, mostrando os medicamentos que podem ser utilizados nesse grupo, especialmente quando se usava imunossupressores antes da gravidez. Introduction: Takayasu's arteritis (TA consists of a vascular disease of unknown origin and chronic nature, which affects the aorta and its main branches. In pregnant women it is a complex condition, in which the clinical treatment is performed with restrictions. The use of corticosteroids has been favorable to control inflammation, especially in those

  16. ALTO DÉFICIT DE CONOCIMIENTOS Y PERCEPCIONES ADECUADAS SOBRE ALIMENTACIÓN EN GESTANTES DEL HOSPITAL APOYO IQUITOS, 2012

    OpenAIRE

    Irene Paima; Edwin Zevallos

    2012-01-01

    Los conocimientos y percepciones sobre los alimentos ingeridos en la gestación tienen una vital importancia porque dependiendo de una buena alimentación en esta etapa, periodo en el que se incrementan notablemente las necesidades nutritivas para el beneficio del binomio madre – feto, será de mayor ayuda para prevenir en cada nueva gestación un déficit nutricional. Se realizó un estudio de descriptivo y transversal, la población estuvo conformada por todas las gestantes que acudieron al servic...

  17. Prevalencia y factores asociados a ruptura prematura de membranas en gestantes del Hospital Vicente Corral Moscoso, Cuenca-Ecuador, noviembre 2011-noviembre 2012

    OpenAIRE

    Cuenca Condoy, Elsa María

    2013-01-01

    Objetivo: Determinar la prevalencia de ruptura prematura de membranas y factores asociados en gestantes del Hospital Vicente Corral Moscoso. Cuenca-Ecuador, durante el periodo enero a julio 2012. -Método y técnicas: Estudio transversal de prevalencia, en 657 gestantes que acudieron al Hospital Vicente Corral Moscoso. - Hipótesis: La Ruptura prematura de membranas es más frecuente cuando se asocian factores como antecedente de infección del tracto urinario, bacteriuria, amenaza de parto pretér...

  18. Percepción sobre el control prenatal de las gestantes adolescentes en la E.S.E San Cristóbal, Bogotá 2012

    OpenAIRE

    Mayorga Palacios, Andrea del Pilar

    2012-01-01

    Objetivo: Explorar la percepción que tienen las gestantes adolescentes con relación al control prenatal, en el Hospital San Cristóbal de Bogotá. Diseño metodológico: Estudio cualitativo, exploratorio, con enfoque hermenéutico, realizado mediante la técnica de análisis de contenido a las entrevistas semi-estructuradas de 12 gestantes adolescentes que asisten al control prenatal en la Empresa Social del Estado San Cristóbal de la ciudad de Bogotá, 2012. Resultados: Del análisis emergieron 5 c...

  19. Intervención profiláctica no farmacológica en gestantes de riesgo de hipertensión arterial en un hogar materno

    OpenAIRE

    Canciano Chirino, Ernesto; Río Ponciano, Orlando; Machín Noa, Odalis; Cabo Báez, Yadira; Rodríguez Hernández, Marialis; Ramos Junco, Idalma

    2012-01-01

    Introducción: el manejo profiláctico no farmacológico en gestantes de riesgo de hipertensión arterial tiene escasos resultados, por pobre apego al tratamiento. Objetivos: analizar los resultados de una intervención profiláctica no farmacológica en gestantes con más de 2 factores de riesgo de hipertensión arterial tratadas en el Hogar Materno (HM), de otras seguidas ambulatoriamente, se evaluó: evolución del índice de masa corporal (IMC), control de las cifras tensionales según tiempo de gesta...

  20. Náuseas y vómitos en gestantes: ¿Los psicólogos podemos predecir su aparición?

    OpenAIRE

    Roa Meggo, Ysis

    2008-01-01

    Las náuseas y los vómitos son síntomas comunes del embarazo. Sin embargo, la revisión de la literatura refiere investigaciones en las que se lograron delimitar variables que podrían contribuir con el trazado de un perfil psicológico de la gestante con náuseas y vómitos. Por tanto el objetivo de este trabajo, fue analizar si los datos existentes sobre el perfil psicológico de la mujer gestante, continúan vigentes en sus contenidos y si son susceptibles de aplicación en la actualidad en una mue...

  1. Entre/Plantas

    OpenAIRE

    Montoro Coso, Ricardo; Sonntag, Franca Alexandra

    2014-01-01

    La palabra Inter-és proviene etimológicamente de las palabras latinas inter y esse; y significa “lo que está-entre dos o más personas, o sea lo que las une pero también las separa”. Los prefijos inter- y entre-, en la mayor parte de los casos, describen estados o acciones ambiguas de los términos que preceden. De esta operación aditiva surgen maclas de vocablos; el inter-sticio como la “hendidura o espacio que media entre dos cuerpos o entre dos partes de un mismo cuerpo”; y así sucesivamente...

  2. Avaliação da adaptação psicossocial na gravidez em gestantes brasileiras Assessment of psychosocial adaptation to pregnancy in brazilian pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janiny Lima e Silva

    2011-08-01

    Full Text Available RESUMO OBJETIVO: avaliar a adaptação psicossocial na gravidez, por intermédio da tradução e adaptação de instrumento específico, para ser usado em gestantes brasileiras. MÉTODOS: estudo observacional de corte transversal. Foi realizada a tradução e adaptação transcultural do PSeQ (Prenatal Self-evaluation Questionnaire seguindo todas as etapas metodológicas exigidas. aplicou-se um questionário contendo perguntas abertas e fechadas de forma a caracterizar os dados sócio-demográficos e clínicos das gestantes (n=36. a análise estatística constou de média, desvio padrão (DP, freqüência absoluta e relativa. Para análise da consistência interna utilizou-se o coeficiente alfa de Cronbach, por meio do SPSS versão 17.0. RESULTADOS: as voluntárias apresentaram baixo nível sócio-econômico, média de idade de 25,1 anos ( 5,5, idade gestacional média de 25,9 semanas ( 8,1. Destas, 58,3% não haviam planejado a atual gravidez. O pré-teste mostrou que 75% das gestantes consideraram o questionário de fácil entendimento. Quanto ao instrumento PSEQ, a identificação com o papel materno foi a sub-escala que apresentou maior média 24,8 ( 5,6, enquanto o relacionamento com a mãe apresentou a menor média 15,4 ( 7,7. a consistência interna variou entre 0,52-0,89. CONCLUSÃO:a avaliação psicossocial materna no pré-natal mostra-se importante no acompanhamento da progressão da gestação e permite a intervenção mediante ações de promoção e prevenção no bem-estar materno-infantil.PURPOSE:to evaluate psychosocial adaptation to pregnancy by translating and cross-culturally adapting a specific assessment instrument to be used with Brazilian women. METHODS: this was a cross-sectional observational study. the translation and cross-cultural adaptation and of the Prenatal Self-evaluation Questionnaire (PSeQ was performed following all the required methodological steps. another questionnaire was applied to characterize the

  3. Ações de terapia ocupacional com adolescentes gestantes na rotina diária / Actions of Occupational Therapy with adolescent pregnancy in daily routine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Raquel Ferreira Nascimento

    2017-11-01

    Full Text Available Introdução: A gestação na adolescência é considerada um problema de saúde pública. Neste contexto, o terapeuta ocupacional pode desenvolver sua abordagem com foco no desempenho ocupacional desta população, que se depara com um novo papel e na modificação de suas ocupações. Objetivo: Descrever as ações de terapia ocupacional com adolescentes gestantes sobre o desempenho em ocupações na rotina diária. Métodos: Estudo do tipo pesquisa-ação com abordagem qualitativa. Foi desenvolvido no ambulatório da Saúde da Mulher de um Hospital Universitário da cidade do Recife – PE, entre março e julho de 2016, com 10 adolescentes gestantes. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semiestruturada, consulta a prontuários e observação participante dos grupos, que gerou registros em diário de campo e gravações. Os princípios éticos da Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, foram respeitados. Resultados: As ações foram iniciadas com o levantamento, junto às gestantes, de dificuldades no desempenho ocupacional, problematização esta que favoreceu as discussões posteriores, em direção à construção compartilhada de estratégias. As ocupações indicadas como problemáticas foram: calçar o sapato, depilar-se, atividade sexual, descanso e sono e mobilidade funcional. A partir daí, o grupo elaborou estratégias para melhorar sua performance nestas atividades, bem como qualidade de vida, respaldadas por orientações da terapeuta ocupacional.  Conclusões: No estudo, foi possível identificar as dificuldades no desempenho ocupacional na rotina diária das gestantes, bem como favorecer a reflexão das mesmas sobre as estratégias de enfrentamento, para contribuir com a redução de agravos à saúde, promoção da autonomia e independência funcional.  Abstract Introduction: Gestation in adolescence is considered a public health problem. In this context, the occupational therapist can develop his

  4. Avaliação da reprodutibilidade e validade de questionário de atividade física para gestantes Evaluation of the reproducibility and validity of a physical activity questionnaire for pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Yuri Takito

    2008-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A prática de atividade física tem sido incentivada por vários organismos nacionais e internacionais visando a promoção de saúde. Entretanto não existe consenso acerca da influência e da intensidade ótima de atividade física durante a gestação, possivelmente devido a dificuldades de mensuração e classificação do nível de atividade física através de questionários. Não se identificou qualquer estudo de validação de questionário de atividade física em gestantes no Brasil. O objetivo do presente estudo é analisar a reprodutibilidade e validade concorrente de um questionário de atividades físicas para gestantes. MÉTODOS: Em amostra de 68 gestantes, no segundo trimestre de gestação foi realizada entrevista para aplicação do questionário, que foi repetida com aproximadamente uma semana de intervalo e no puerpério. No período entre as duas primeiras entrevistas, as mulheres utilizaram monitor de freqüência cardíaca (n=38. RESULTADOS: As análises de reprodutibilidade foram adequadas com coeficientes de correlação intraclasse variando de 0,54 a 0,85. A análise das variáveis categóricas, com questões subjetivas e de autopercepção da atividade física, resultou em maior intervalo de coeficiente kappa com valores entre 0,29 e 0,76 entre a aplicação do questionário com uma semana de intervalo, e 0,08 a 0,70 comparado ao puerpério. As análises de validade conduziram a resultado satisfatório quanto à média das diferenças encontrada por intermédio do gráfico de Bland e Altman (1986 entre o questionário e o freqüencímetro. Entretanto, o intervalo da dispersão não se apresentou adequado, visto que variou em mais de sete horas para atividades leves e em quase onze horas por dia para atividades moderadas. As análises do presente estudo parecem assegurar a reprodutibilidade do questionário de atividade física para gestantes. No entanto, com relação à validação, a comparação com os

  5. Aloanticorpo anti-Diego (a em gestante Anti-Diego (a alloantibody in pregnant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia R. G. Silva

    2004-12-01

    Full Text Available O sistema de grupo sangüíneo Diego é composto principalmente por dois antígenos Diegoª (Diª e Diego b (Di b. A prevalência de Diª na população caucasóide é rara com uma freqüência de aproximadamente de 0,02%, podendo gerar anticorpos que são clinicamente significantes em medicina transfusional e neonatal. O presente estudo relata anti-Diª em gestante caucasóide detectado nos exames realizados no pré-parto por meio do teste indireto de antigamaglobulina humana. Na amostra de sangue de cordão foi realizado o teste de antigamaglobulina direto e o resultado foi negativo, o fenótipo do recém-nascido revelou Di (a - b +; portanto, a criança não desenvolveu doença hemolítica perinatal. O estudo fenotípico realizado em toda a família revelou que a sensibilização materna provavelmente ocorreu na segunda gestação gemelar onde as duas crianças demonstraram a presença de antígeno Diª adquirido por herança paterna.The Diego blood group system is composed of two principal antigens Diegoª (Diª and Diego b (Di b. In the Caucasian population the prevalence of Diª is rare with a frequency of about 0.02% and can lead to the production of antibodies that are important in newborn babies and in transfusional medicine. The present study reports on anti-Diª antibodies in a Caucasian pregnant woman, detected by indirect anti-globulin testing shortly before delivery. The direct anti-globulin test of the newborn's blood cord was negative because its phenotype was Di (a- b+. So the newborn did not develop any hemolytic diseases. A phenotyping study of the whole family was performed which revealed that probably the mother became sensitive during her second pregnancy of twins where the two children presented with the Diª antigen phenotype inherited from the father.

  6. Indicación temprana de electroforesis de hemoglobina a gestantes de Ciudad de La Habana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Raúl Martín Ruiz

    2000-06-01

    Full Text Available Con el propósito de lograr la detección temprana de parejas de alto riesgo de tener hijos con anemia falciforme en una edad gestacional lo más temprana posible, se estableció en el sistema nacional de salud en 1991-92 que el pesquisaje de hemoglobinas anormales en gestantes se hiciera en la captación del embarazo. Para evaluar la medida se consideraron 9 424 indicaciones de 80 áreas de salud de Ciudad de La Habana en 1999, con un 86,5 % de indicaciones tempranas globalmente, mientras que en 1992 fue 46,4 %. En la distribución de áreas de salud por intervalos según porcentaje de indicación temprana, se encontró: 75 al 84 %: 26 áreas de salud (32,5 %; 85-89 %: 29 (36,3 %; 90-94 %: 25 (31,3 %; y 95 % y más: ninguno. Se muestra en los resultados una notable mejoría en el cumplimiento de la medida. Todavía es necesario mejorar la divulgación y principalmente en áreas de salud todavía con insuficiencias.In order to detect as early as possible those couples at high risk for having children with sickle cell anemia, it was established in the national health system in l991-92 that the screening of abnormal hemoglobins in pregnant women should be made at the time of catchment. To evaluate the measure 9 424 indications of 80 health areas in Havana City were evaluated in l999, with 86,5% of early indications, whereas in l992 it was 46,4%. In the distribution of health areas by intervals according to the percentage of early indication the following results were obtained: 75-84%: 26 health areas (32,5%; 85-89%: 29 (36,3%; 90-94%: 25 (31,3% and 95% and over: none. It is observed a significant improvement concerning the fulfillment of this measure. It is still necessary to enhance spreading, mainly in those health areas with deficiencies

  7. Tumors associated with HIV / AIDS monitoring 45 patients between 1/1998 and 6/2004; Tumores asociados al VIH/SIDA seguimiento de 45 pacientes entre 1/1998 y 6/2004

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Krygier, G.; Lombardo, K.; Sosa, A.; Ocampo,; Suárez P, R.; Muse, I. [Departamento de Oncología, Hospital de Clínicas, Facultad de Medicina (Uruguay)

    2010-12-15

    Full text: This paper is intended to show 45 patients with cancer associated the human immunodeficiency virus (HIV) / AIDS, diagnosed, treated and followed over a period of 6.5 years in our country. The medical records were retrospectively analyzed of cancer patients diagnosed HIV positive on 5 institutions public and private in our midst, in the period between 1/98 and 6/04 (Institute of Health, National Institute of Oncology, Hospital of Clinics, Service Comprehensive Medical, Spanish Mutual Aid Association). They took into account different variables (origin, medical record number, sex, age, sexual habits, addiction to injecting drugs, HIV diagnosis positive diagnosis of AIDS, infectious prophylaxis, antiretroviral therapy, lymphocyte start and in the evolution population viral load start and evolutionary, tumor type, stage, treatment received, date of last control and status the close of the work). We compared data collected by us AIDS Ministry report of Public Health. 24 cases were Kaposi sarcomas (one nodal exclusive), 11 were non-Hodgkin lymphomas (two of SNC and other gastric), 1 Hodgkin's Disease 1 rectal cancer, tongue cancer 1 1 laryngeal cancer, thyroid cancer 1 1 Melanoma 1 parotid cancer, cancer 1 Lung and breast cancer 1. No cervical tumors or recorded anal canal in the study population. Treatments received varied for each disease depending on the stage of the disease and viral load / Towns lymphocyte start. This is the first study with longer follow-up in our country HIV patients / AIDS-associated cancer, he reflected the difficulty in collecting data, various types of cancer in the study population and demand the need to create an accurate and accessible system of monitoring these patients.

  8. HIV Testing

    Science.gov (United States)

    ... Abroad Treatment Basic Statistics Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... All Collapse All Should I get tested for HIV? CDC recommends that everyone between the ages of ...

  9. Deseos, aptitudes y conocimientos sobre lactancia materna de gestantes en su tercer trimestre Desires, aptitudes and knowledge about breastfeeding in women at their third trimester of pregnancy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Remigio Rafael Gorrita Pérez

    2012-06-01

    Full Text Available Introducción: la lactancia materna es la única forma natural de alimentar al bebé, y una forma inigualable de facilitar el alimento ideal para su crecimiento y desarrollo. Métodos: se realizó un estudio descriptivo, transversal, para evaluar deseos, aptitudes y conocimientos sobre lactancia materna en el tercer trimestre de 114 gestantes del Policlínico "Mártires del 9 de Abril", de San José de las Lajas. Entre marzo de 2010 y de 2011 se valoraron sus historias de salud individual y familiar, y se aplicó a tal efecto un cuestionario con 22 preguntas. Resultados: la información se incorporó a una base de datos y se utilizó para el análisis el estadígrafo chi cuadrado, que se consideró significativo con pIntroduction: breastfeeding is the only natural way of feeding the baby and an unparallel form of providing him with the ideal food for adequate growth and development. Methods: a cross-sectional and descriptive study was conducted to evaluate the desires, the aptitudes and the knowledge about breastfeeding of 114 women in their third trimester of pregnancy from "Martires del 9 de Abril" polyclinics in San José de las Lajas. From March 2010 to March 2011, their individual and family health histories were assessed through a 22-interrogation questionnaire. Results: data were introduced in a database and chi square statistic was used for statistical analysis, the level of significance was p< 0,05. All the participants expressed their desire to breastfeed their offspring. Two thirds were considered prepared or well-prepared to do so, with the required knowledge to attain this objective; but just over one fifth did prove that they had it. Most of the future mothers aged 20 to 35 years; the schooling was mostly technician or high school education (60 for 52.6 %; the marital status of 45.6 % was cohabitation, 40.3 % were married and 13.2 % (15 were singles. These are aspects that undoubtedly influence the results. Conclusions: in addition

  10. Evaluación del perfil metabólico lipídico en cerdas gestantes y su relación con la nutrición fetal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pamela Duque G.

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivo. Evaluar el metabolismo lipídico de cerdas gestantes como respuesta a la modificación del nivel graso de la dieta y su efecto sobre la nutrición fetal a través de indicadores metabólicos. Materiales y métodos. Cincuenta y seis cerdas gestantes primíparas o multíparas se seleccionaron para suministrarles una dieta sin adición de grasa extra (SAp o SAm o con adición de grasa extra (AGp o AGm. La dieta SA consistió en suministrar 3 kg/día de una dieta comercial convencional, en la dieta AG se redujo el maíz y se incluyó aceite de soya para proporcionar 20% de grasa extra. Las muestras sanguíneas se colectaron a los 85, 100, 113 días de gestación y a las 24 horas posparto, asimismo, al 50% de los lechones nacidos vivos de cada camada. Se analizaron concentraciones séricas de colesterol (CT, triglicéridos (TG, lipoproteínas de alta (HDL y baja densidad (LDL, ácidos grasos no esterificados (NEFA y betahidroxibutirato (BHB. Resultados. Las concentraciones séricas de HDL, LDL, CT, NEFA, BHB y TG, (p<0.01 aumentaron tanto en las cerdas primíparas como multíparas al día 100 y 113, pero disminuyeron a las 24 horas posparto. Los metabolitos sanguíneos en los lechones bajo la influencia de los dos tratamientos presentaron diferencias significativas (p<0.01. Conclusiones. No se encontró efecto de la modificación de la grasa en la dieta sobre LDL y NEFA; para los restantes indicadores se presentó diferencia en las cerdas en gestación. No se encontró correlación entre los indicadores metabólicos de las madres y los lechones.

  11. Consulta de enfermagem a gestantes com anemia ferropriva Consulta de enfermería a mujeres embarazadas con anemia ferropénica Nursing care to pregnant women with iron deficiency anemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Maria Oliveira de Barros

    1999-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivos: construir um protocolo de levantamento de dados e diagnósticos de enfermagem, e conhecer os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes. O protocolo construído foi aplicado em 52 consultas de enfermagem para as gestantes que apresentavam valores de hemoglobina menores que 11,0g/dl. Os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes foram: nutrição alterada, risco para infecção, manutenção do lar prejudicada; déficit de conhecimento sobre a alimentação, risco para lesão fetal relacionada a diminuição da perfusão útero-placentária.; risco de não-comprometimento. A partir dos diagnósticos de enfermagem foram planejadas as intervenções e os resultados esperados com a sua aplicação.Realizamos este trabajo con los siguientes objetivos: construir un protocolo de levantamiento de datos y conocer los diagnósticos de enfermería más frecuentes entre las mujeres embarazadas con anemia ferropénica. El protocolo fue aplicado en 52 consultas de enfermería para las gestantes que presentaban valores de hemoglobina abajo de 11,0 g/dl. Los diagnósticos de enfermería más frecuentes fueron: nutrición alterada, riesgo de infección, manutención del hogar perjudicada, déficit de conocimiento sobre la alimentación, riesgo de lesión fetal relacionada con la disminución de perfusión útero-placentária, riesgo de no comprometimiento. A partir de los diagnósticos de enfermería fueron planeadas las intervenciones y los resultados esperados con su aplicación.This study was carried out with the following objectives: to set up a protocol of data survey and nursing diagnosis, and to detect the most frequent nursing diagnosis among pregnant women with iron deficiency anemia. The protocol was applied in 52 nursing visits to pregnant women who presented hemoglobin values lower than 11.0g/dl.The most frequent nursing diagnosis were: altered nutrition, risk to infection, impaired maintenance of the home

  12. La inequidad en el acceso a la atención odontológica de las mujeres gestantes en Santander

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Constanza Concha Sánchez

    2014-04-01

    Full Text Available Introducción: Las condiciones de vida, salud, atención y cuidado de las gestantes están comprometidas, en especial en las mujeres más pobres y vulnerables, y el componente bucal ejerce un papel importante en esta inequidad. Objetivo: Describir las condiciones sociales y económicas que determinan la inequidad en el acceso a la atención odontológica de las mujeres gestantes en Santander. Metodología: Se realizó un estudio observacional analítico de corte transversal que incluyó 8695 gestantes en las que se analizó variables relacionadas con área geográfica, con el sistema de atención y en la mujer gestante variables demográficas, condición bucal y asistencia a consulta odontológica. Para el análisis univariado se calcularon medidas de resumen y para el bivariado se relacionó la asistencia a la consulta odontológica con las variables que determinan su asistencia a la consulta odontológica, para ello se aplicó test de chi². Conclusión: Los determinantes económicos y sociales relacionados con el bajo nivel de desarrollo del municipio, la residencia en zona rural, ser vinculada o usuaria del régimen subsidiado y ser mayor de 40 años influencian la atención odontológica de las mujeres gestantes en Santander

  13. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro Food consumption by pregnant adolescents in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cavalcante de Barros

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.The increase in teenage pregnancy has been viewed with concern by public health experts. Food consumption to help maintain high nutrient demands has been identified as one of the most relevant components. This study aims to present the habitual consumption of food and energy-specific nutrients by pregnant adolescents. A total of 1,180 adolescent mothers were interviewed in maternity hospitals in the City of Rio de Janeiro, and a simplified questionnaire on semi-quantitative frequency of food consumption was applied. Lower consumption of fruit juice, vegetables, and fruits was observed among adolescent mothers over 15. Adolescent mothers classified in the

  14. Biofeedback and the electromyographic activity of pelvic floor muscles in pregnant women Biofeedback na atividade eletromiográfica dos músculos do assoalho pélvico em gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta L. A. Batista

    2011-10-01

    álise exploratória dos resultados de três sessões de biofeedback na atividade eletromiográfica em mulheres gestantes. MÉTODOS: Este estudo incluiu 19 gestantes nulíparas com gravidez de baixo risco. Foram realizadas três sessões de biofeedback eletromiográfico compostas por contrações lentas e rápidas, utilizando-se como método de avaliação dos resultados as médias das amplitudes normalizadas da eletromiografia (EMG de superfície. Para a análise estatística, utilizou-se o modelo de regressão linear com efeitos mistos, sendo que os dados da EMG foram normalizados pela contração voluntária máxima (CVM. RESULTADOS: Após as sessões de biofeedback, constatou-se um aumento crescente na amplitude eletromiográfica a cada contração realizada e a cada sessão, entretanto essa diferença só foi estatisticamente significante para a comparação entre a primeira contração tônica de cada sessão (p=0.03. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos indicam que três sessões de treinamento com biofeedback melhoraram a atividade eletromiográfica dos MAPs em gestantes de baixo risco no segundo trimestre. A efetividade do protocolo necessita ser futuramente investigada em estudo randomizado controlado.

  15. Prevalência da colonização pelo estreptococo do grupo B em gestantes atendidas em ambulatório de pré-natal Prevalence of group B Streptococcus in pregnant women from a prenatal care center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Pogere

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a prevalência de estreptococo do grupo B (EGB em gestantes no terceiro trimestre da gravidez e explorar os fatores potencialmente associados à colonização. MÉTODOS: uma amostra de 273 gestantes no terceiro trimestre da gravidez, provenientes do ambulatório de pré-natal do Hospital Universitário do Sul do Brasil, foi investigada. Culturas de amostra vaginal e anorretal foram obtidas e inoculadas em meio seletivo de Todd-Hewitt suplementado com 10 µg/ml de colistina e 15 µg/ml de ácido nalidíxico e posteriormente subcultivadas em ágar sangue de carneiro desfibrinado. Todas as colônias suspeitas foram submetidas ao teste de aglutinação para detecção do antígeno específico do grupo B. O teste de Camp foi utilizado para identificação do EGB das variedades não hemolíticas. Analisaram-se também os dados demográficos, socioeconômicos, reprodutivos e clínico-obstétricos. A razão de prevalência (RP foi utilizada como medida de risco. Considerou-se como significante o intervalo de confiança no nível de 95% (alfa=0,05. RESULTADOS: a prevalência de colonização pelo EGB foi de 21,6% (59, sendo que 9,9% (27 das gestantes tiveram positividade em ambos os sítios, 6,95% (19 foram positivas somente no sítio vaginal e 4,75% (13 da amostra tiveram positividade apenas no sítio anal. A prevalência de EGB foi ligeiramente mais alta nas gestantes com idade inferior a 20 anos, naquelas com menor escolaridade e nas gestantes primíparas, e o dobro entre aquelas que não relataram aborto espontâneo, porém sem significância estatística. Não foi encontrada diferença na prevalência de EGB de acordo com história de doenças sexualmente transmissíveis e tabagismo. Quando os dados foram analisados conjuntamente, os fatores detectados como potencialmente associados à colonização pelo EGB foram: primíparas com mais de 30 anos (RP=1,55 e mulheres com mais de um parceiro sexual e freqüência de atividade

  16. Prevenção da transmissão vertical do HIV: atitude dos obstetras em Salvador, Brasil Prevention of HIV vertical transmission: obstetricians'atitude in Salvador, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Queiroz Farias

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as atitudes e conhecimento dos obstetras das maternidades públicas da cidade de Salvador (MPS sobre as recomendações do Ministério da Saúde para a profilaxia da transmissão vertical do vírus humano da imunodeficiência (HIV e terapia antiretroviral em gestantes. Avaliou-se também a influência das condições de trabalho, disponibilidade da testagem rápida e da terapia antiretroviral em relação à aplicação destas recomendações. MÉTODOS: realizou-se um estudo de corte transversal entre agosto e novembro de 2005, envolvendo 129/152 (85% dos obstetras de todas as MPS. Utilizou-se como instrumento um questionário anônimo, estruturado e auto-explicativo, com questões sobre as características da população, condições de trabalho e disponibilidade de insumos, conhecimento e atitudes relacionadas ao aconselhamento e testagem para o HIV e condutas com as pacientes (uso da zidovudina (AZT, reconhecimento de fatores de risco, escolha e manejo da via de parto e cuidados no puerpério. RESULTADOS: dos obstetras, 69% referiram conhecer integralmente as recomendações do Ministério da Saúde; 90,7% concordaram com a solicitação compulsória da testagem rápida para o HIV; 63,6% escolheram a cesariana para via de parto; 38% contra-indicaram o parto por via vaginal; 37,5% recomendaram isolamento das pacientes soropositivas e 58,1% indicaram laqueadura tubária. A maioria (90% dos sujeitos referiram a existência de fatores prejudiciais à aplicabilidade das recomendações, sendo que os mais apontados foram a realização inadequada e a indisponibilidade das informações do pré-natal na admissão. Embora a testagem rápida estivesse disponível, apenas um terço dos entrevistados afirmou que o resultado estava sempre disponível em tempo hábil. CONCLUSÕES: algumas atitudes relacionadas à assistência à gestante com HIV foram discordantes das recomendações do Ministério da Saúde. Na opinião dos

  17. Baixa autoestima situacional em gestantes: uma análise de acurácia Baja autoestima situacional en gestantes: un análisis de acurácia Situational low self-esteem in pregnant women: an analysis of accuracy

    OpenAIRE

    Joyce Carolle Bezerra Cavalcante; Vanessa Emille Carvalho de Sousa; Marcos Venícios de Oliveira Lopes

    2012-01-01

    Para investigar a acurácia de características definidoras do diagnóstico Baixa autoestima situacional, realizou-se um estudo transversal, com 52 gestantes atendidas num centro de atendimento familiar. Utilizou-se a taxonomia da NANDA-I e a escala de Rosenberg. O diagnóstico esteve presente em 32,7% das gestantes e todas as características apresentaram associação estatística com o diagnóstico, exceto "Relata verbalmente desafio situacional ao seu próprio valor". As características com maior se...

  18. Percepção da gestante sobre a integralidade da atenção pré-natal

    OpenAIRE

    Bezerra, Melina de Paiva

    2008-01-01

    Os principais problemas discutidos sobre a atenção pré-natal na literatura referem-se ao não cumprimento das atividades preconizadas pelo MS por parte dos profissionais durante as consultas pré-natais, ocasionando uma baixa qualidade da atenção pré-natal e a óbitos materno-infantis. A avaliação na percepção da gestante e do pesquisador constitui um método para identificar os conflitos existentes na organização do serviço de saúde e nas práticas profissionais, sendo relevante a decodificação d...

  19. Experiencia en el manejo del paciente con VIH entre médicos de la Secretaría de Salud Experience in HIV patient care among physicians of the National Health Ministry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magis-Rodríguez

    1999-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conocer la experiencia que los médicos de la Secretaría de Salud (SSA han obtenido en el manejo del sujeto infectado por el VIH y en el uso de antirretrovirales. MATERIAL Y MÉTODOS: Se realizó un estudio transversal, con el apoyo del Consejo Nacional para la Prevención y el Control del SIDA (CONASIDA, en marzo-mayo de 1998. Se proporcionaron cuestionarios autoaplicables a médicos de la SSA con experiencia en el manejo clínico del paciente con VIH, al inicio de cinco simposios sobre VIH/SIDA, realizados en diversas ciudades del país. El análisis estadístico incluyó la prueba ji². RESULTADOS: Se recolectaron 181 encuestas. La mediana de pacientes con VIH atendidos fue de cuatro (intervalo 1-97. De los médicos encuestados, 36.5% manifestó administrar antirretrovirales (35.4% prescribía los análogos de los nucleósidos, y 9.9%, los inhibidores de proteasa. Los fármacos más usados fueron AZT y ddI (40.3%. Expresó 17.7% de los médicos haber utilizado la cuenta de linfocitos T CD4+, y 8.8% la carga viral como indicadores pronósticos y de respuesta a la farmacoterapia. CONCLUSIONES: Se observó una baja proporción de médicos de la SSA con experiencia en el manejo del paciente con VIH y en el uso de los antirretrovirales. Se deben enfocar esfuerzos para mejorar la atención de los pacientes VIH positivos mediante la capacitación del personal médico.OBJETIVE: To determine the experience of the National Health Ministry Physicians in the management of HIV infecetd patients and in the use of antiretrovirals. MATERIAL AND METHOD: A descriptive, observational and transversal study was performed, with support from the National AIDS Council from March to May 1998. Self-applicable questionnaires were filled by National Health Ministry physicians with experience in HIV patient clinical care, at the beginning of 5 different meetings on HIV/AIDS in several cities of the country. Statistical analysis included the chi² test. RESULTS

  20. Adolescencia y gestación: I evaluación epidemiológica y de morbilidad en las gestantes Adolescente and pregnancy: epidemiologic evaluation and morbidity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luz E. Gómez

    1995-01-01

    Full Text Available Entre julio 1 de 1988 y junio 30 de 1990 se estudiaron en el Hospital Universitario San Vicente de Paúl, de Medellín, Colombia, 190 adolescentes embarazadas de tres grupos de edad: extremas (13-15 años, inten1ledias (16-17 años y limítrofes (18-19 años; se las comparó con 100 gestantes de 20-30 años, de su misma extracción socioeconómica, que sirvieron como controles; el estudio abarcó los siguientes aspectos: edad, estado civil, asistencia a la consulta prenatal y de alto riesgo, aceptación del embarazo, rechazo familiar, consumo de medicamentos, consumo de psicofármacos por la paciente o su compañero, escolaridad y ocupación del compañero, enfen1ledades durante el embarazo, el parto y el puerperio, edad gestacional al momento del parto y mortalidad. Se encontraron diferencias significativas (p < 0.05 sólo en las siguientes variables: 1 menor proporción de pacientes casadas, con respecto a las controles, entre las adolescentes extremas e inten1ledias y entre las adolescentes como grupo total; 2 menor proporción de pacientes casadas en las adolescentes inten1ledias que en las limítrofes; 3 mayor proporción de estudiantes entre las adolescentes extremas que en cualquiera de los otros tres grupos y en las adolescentes como grupo total que en las controles; 4 mayor proporción de controles que de adolescentes dedicadas a las labores del hogar; 5 menor proporción de pacientes que habían cursado la primaria incompleta entre las adolescentes extremas e intermedias que en las limítofes y las controles y en el grupo total de adolescentes en relación con las controles; 6 mayor proporción de pacientes que fumaban entre las controles que entre las adolescentes; 7 mayor frecuencia de la presentación podálica como causa de cesárea en las adolescentes extremas que en las intermedias; 8 mayor frecuencia de enfermedades durante el embarazo en cada uno de los grupos de adolescentes y en el grupo total de ellas en comparación con el

  1. Fatores associados ao acesso anterior à gestação a serviços de saúde por adolescentes gestantes Factores asociados con el acceso anterior a la gestación a los servicios de salud por adolescentes gestantes Factors associated with access to health services prior to pregnancy by pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Espejo Carvacho

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores determinantes do acesso de adolescentes gestantes a serviços de atenção primária à saúde, anterior à ocorrência da gestação. MÉTODOS: Estudo transversal baseado em referencial teórico. O acesso a serviços foi analisado em cinco dimensões: geográfico, econômico, administrativo, psicossocial e de informação. Participaram 200 adolescentes primigestas (10 a 19 anos atendidas em uma unidade básica de saúde do município de Indaiatuba (SP, em 2003. Um questionário com perguntas abertas e fechadas referentes ao acesso ao último serviço de saúde utilizado, anterior à gestação, foi aplicado às participantes no momento de sua primeira consulta de pré-natal. Os dados foram analisados por meio do teste de qui-quadrado de Pearson ou exato de Fisher e por regressão logística múltipla, considerando as cinco dimensões de acesso. RESULTADOS: Mais da metade (63,7% das adolescentes utilizou algum serviço de saúde para consulta ginecológica. Entre as que nunca consultaram um ginecologista, as justificativas dadas foram falta de informação (43,8% ou sentimento de medo ou vergonha (37,0%. A principal dificuldade de acesso ao serviço esteve relacionada a barreiras psicossociais, identificadas por 77,0% das adolescentes. CONCLUSÕES: Entre as barreiras de acesso ao serviço de saúde, foram significativas apenas as psicossociais. São necessárias novas estratégias para facilitar o acesso ao serviço de saúde às adolescentes, incluindo ações que diminuam as barreiras de gênero e que se considerem suas características sociodemográficas e o vínculo com seus parceiros.OBJETIVO: Analizar los factores determinantes del acceso de adolescentes gestantes a los servicios de atención primaria a la salud, anterior a la ocurrencia de la gestación. MÉTODOS: Se efectuó estudio transversal basado en referencial teórico. El acceso a servicios fue analizado en cinco dimensiones: geográfico, econ

  2. Streptococcus agalactiae em gestantes: prevalência de colonização e avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos Streptococcus agalactiae in pregnant women: prevalence of colonization and antimicrobial susceptibility evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irina Lermontov Borger

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar a ocorrência de colonização por Streptococcus agalactiae em gestantes e avaliar a suscetibilidade das amostras isoladas aos antimicrobianos. MÉTODOS: foram avaliadas 167 grávidas entre a 32ª e a 41ª semana de gestação, independente da presença ou não de fatores de risco, atendidas no ambulatório de pré-natal entre fevereiro de 2003 e fevereiro de 2004. O material vaginal/anal, colhido com um único swab, foi inoculado em caldo Todd-Hewitt acrescido de ácido nalidíxico (15 µg/mL e gentamicina (8 µg/mL, com posterior subcultura no meio de ágar sangue. A identificação foi feita por meio da avaliação da morfologia e tipo de hemólise das colônias no meio de ágar sangue, teste da catalase, teste de cAMP e testes sorológicos. A avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos foi realizada pelos testes de difusão e de diluição em ágar. A análise estatística foi realizada por meio do teste de chi2; valores de p0,05. Todas as 32 amostras isoladas foram sensíveis a penicilina, cefotaxima, ofloxacina, cloranfenicol, vancomicina e meropenem. A resistência a eritromicina e clindamicina foi detectada em 9,4 e 6,2% das amostras, respectivamente. CONCLUSÕES: a incidência relativamente elevada (19,2% de colonização por S. agalactiae entre as gestantes avaliadas e o isolamento de amostras resistentes, especialmente aos antimicrobianos recomendados nos casos de alergia à penicilina, enfatizam a importância de detectar esta colonização no final da gravidez, associada à avaliação da suscetibilidade aos antimicrobianos, para uma prevenção eficaz da infecção neonatal.PURPOSE: to verify the occurrence of colonization by Streptococcus agalactiae in pregnant women attended at the prenatal outpatient clinic of the Teaching Maternity Hospital of Rio de Janeiro University (UFRJ and to evaluate the susceptibility of the isolates to antimicrobial agents. METHODS: a total of 167 pregnant women between the

  3. Fotoproteção, melasma e qualidade de vida em gestantes Photoprotection, melasma and quality of life in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Sheylla Malta Purim

    2012-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar hábitos de exposição solar e fotoproteção entre gestantes de um hospital público, orientação sobre fotoproteção durante o pré-natal, presença de melasma e seu impacto na qualidade de vida. MÉTODOS: Estudo transversal descritivo realizado em puérperas, com mais de 18 anos, participantes de um programa de assistência pré-natal da Região Sul do Brasil. A amostra foi não probabilística por conveniência. A coleta de dados ocorreu de julho a agosto de 2011, empregando-se entrevista direta, utilizando questionário estruturado para obter informações pessoais e dos hábitos de fotoproteção durante a gestação, avaliação cutânea e registro fotográfico de lesões mediante consentimento informado. A pele foi classificada em fototipos segundo Fitzpatrick e o melasma foi diagnosticado clinicamente. Entre as portadoras do melasma, foi aplicada a versão do MELASQoL-PB. A análise foi realizada com o programa Statistica®, versão 8.0, sendo o nível de significância pPURPOSE: To evaluate habits of sun exposure and sun protection of pregnant women in a public hospital, to assess orientation about photo protection during the prenatal care, and to detect the presence of melasma and its impact on their quality of life. METHODS: A descriptive cross sectional study conducted among women of 18 years old and older, after delivery, who participated in a program of prenatal care in the South Region of Brazil. The sample was non-probabilistic by convenience. Data collection occurred from July to August 2011 through direct interview using a structured questionnaire to obtain personal information and photo protection habits during pregnancy, skin assessment and photographic record of lesions through informed consent. The skin was classified per Fitzpatrick's phototypes and the melasma was diagnosed clinically. In the patients with melasma, the MELASQoL-PB version was applied. The analysis was performed using Statistica

  4. Percepção materna de movimentos fetais como método de avaliação da vitalidade fetal em gestantes diabéticas Maternal perception of fetal movements as a method to evaluate fetal condition in diabetic women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Belmiro Gonçalves Pereira

    1999-12-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a acurácia da percepção materna dos movimentos fetais (PMMF na predição de alguns resultados perinatais em gestantes diabéticas. Métodos: análise retrospectiva de 209 gestantes diabéticas atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM, entre junho de 1988 e maio de 1996, que tinham registro de PMMF dentro dos três dias anteriores ao parto, monitorização eletrônica da freqüência cardíaca fetal intraparto, idade gestacional > ou = 30 semanas, avaliação do recém-nascido (RN e diagnóstico neonatal. O teste de PMMF foi considerado normal quando a mulher detectou um mínimo de 7 movimentos em 60 minutos. Resultados: a sensibilidade do teste foi de 23 e 29% para Apgar Purpose: to evaluate the accuracy of maternal perception of fetal movements (MPFM in diabetic pregnant women, using Apgar score at the 1st and 5th min of life, intrapartum fetal distress and neonatal hypoxia as parameters. Methods: two hundred and nine diabetic women evaluated at the High Risk Prenatal Care Clinic of the Women's Hospital (CAISM were analyzed retrospectively between June 1988 and May 1996. All patients had MPFM records within three days before delivery, fetal heart rate recordings during labor, gestational age greater than 30 weeks and a complete neonatal evaluation. MPFM was classified as normal if seven movements were recorded in 60 min. Results: the sensitivity of the test was 23 and 29% for Apgar score 7 at 5 min and neonatal hypoxia. Conclusions: MPFM is a useful test to identify diabetic women needing fetal evaluation with more complex techniques, given the high NPV, that indicates the capacity to separate the cases where the fetus is in good condition.

  5. Níveis de infecção de estreptococos do grupo mutans em gestantes Infection levels in pregnant women by mutans streptococci

    OpenAIRE

    Sergio A. TORRES; Odila P. S. ROSA; Noemia AKIYOSHI; Adriana M. M. SILVEIRA; Walter A. BRETZ

    1999-01-01

    Considerando que a aquisição precoce dos estreptococos do grupo mutans é um fator de risco para o desenvolvimento de lesões cariosas nas crianças e que a transmissão desses microrganismos é dependente do nível de colonização apresentado pelas mães, procurou-se analisar a situação bucal de gestantes residentes na cidade de Bauru-SP-Brasil. Foram amostradas 50 gestantes na faixa etária de 16 a 37 (média de 22,8 ± 5,5 anos) de baixo nível sócio-econômico que faziam acompanhamento pré-natal no Nú...

  6. Diferencias y desigualdades entre los HSH usuarios de locales comerciales de encuentro sexual: algunas contribuciones a las estrategias comunitarias de prevención del VIH Differences and inequalities among MSM who visit commercial venues for sexual encounters: some contributions to community level strategies of HIV prevention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Villaamil Pérez

    2008-11-01

    Full Text Available Se presentan los resultados de una investigación etnográfica acerca de la diversidad de prácticas y representaciones y, por tanto, de subjetividades que caracterizan a los hombres que tienen relaciones sexuales con hombres (HSH que frecuentan los locales comerciales de encuentro sexual (LCES del ambiente de Madrid (España. En primer lugar, se describen las formas de pensar, actuar y sentir con respecto a estos locales de tres sectores entre los usuarios, a los que hemos denominado “integrados”, “periféricos” y “marginales”, para finalmente concluir con algunas implicaciones para la intervención comunitaria que se derivan de la heterogeneidad de prácticas y representaciones que se puede encontrar entre los usuarios de los mencionados LCES.In this article we examine some socio-political implications of the processes of construction of the gay community in Madrid in relation to community level interventions to prevent the spread of HIV. To that end, we partially present the outcomes of an ethnographical research on the diversity of practices and representations - and therefore subjectivities - that can be found among men who have sex with men (MSM who visit commercial venues for sexual encounters in the gay scene in Madrid, Spain. First, the ways of thinking, acting and feeling about those venues of three types of patrons (the “well-adjusted”, the “periphericals” and the “marginals” are described. We conclude by drawing some implications for community interventions that can be derived from the heterogeneity of practices and representations to be found among patrons of those venues.

  7. Estrategias novedosas de prevención de embarazo e ITS/VIH/sida entre adolescentes escolarizados mexicanos A novel school-based strategy for the prevention of HIV/AIDS, Sexually Transmitted Disease (STDs, and teen pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pilar Torres

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Describir el diseño de un estudio en escuelas preparatorias para evaluar una intervención de prevención de VIH/sida y embarazos no planeados, y presentar los resultados de su encuesta basal. MATERIAL Y MÉTODOS: Se implementó una intervención sobre VIH/sida/ITS, dirigida a adolescentes, incluyendo anticoncepción de emergencia (AE, y se diseñó una evaluación prospectiva aleatorizada controlada para medir la efectividad de la misma. Se llevó a cabo una encuesta basal, de la que se deriva un diagnóstico de los conocimientos, actitudes y comportamientos sexuales de la población objetivo. RESULTADOS: De las 40 escuelas participantes, 11 177 estudiantes de primero de preparatoria (52% mujeres; edad media de ambos sexos de 15.5 años participaron en la encuesta basal. De ellos, 10% de las mujeres y 24% de los hombres dijeron tener experiencia sexual, y únicamente 39% reportó haber usado condón en la primera relación. De los sexualmente activos, un tercio de los hombres y la quinta parte de las mujeres reportaron haber experimentado zafadura o rotura del condón. La mayor parte de los participantes había escuchado previamente sobre la AE. CONCLUSIONES: La baja proporción del uso de condón, aunado al hecho de que se reportan problemas para su uso efectivo, refuerza la idea del diseño de este estudio: proponer un método anticonceptivo de respaldo al condón, como la AE, razonablemente conocida y con disposición para su uso.OBJECTIVE: To introduce the study design of an HIV/AIDS and unplanned pregnancy prevention program targeting high school students, and to present the results from the baseline survey. MATERIAL AND METHODS: A school curriculum was developed to inform adolescent students about HIV/AIDS/STD prevention, which included information on emergency contraception (EC for adolescent students. A randomized controlled study was conducted to simultaneously evaluate the effect of this intervention. The baseline survey

  8. INFLUÊNCIA DO CONCENTRADO PROTÉICO DE PESCADO DE ÁGUA DOCE (serrasalmus nattereri NO METABOLISMO HEPÁTICO DE RATAS GESTANTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ely Carvalho Vasconcellos MOURA

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Estudamos os efeitos da proteína do concentrado de pescado (CPP (serrasalmus nattereri (piranha de água doce, em nível de 18% nas rações, sobre os níveis hepáticos de proteínas e lipídios totais ao final da gestação em ratas. Foram formados 4 grupos: a Gestantes (G: Controle Caseína (Gcces e Pescado (Gpces; e b Não Gestantes (NG: Controle (NGC e Pescado (NGP. Um grupo zero (GO foi sacrificado no 1º dia e os demais aos 21 dias de experimentação. A gestação propiciou maior peso no fígado: GOGpces (P < 0.05, mas gestantes = não gestantes. Quanto ao conteúdo, a CPP-piranha proporcionou adequado depósito de lipídios hepáticos maternos: Gcces = Gpces e GO

  9. RELACIÓN ENTRE LA ANEMIA GESTACIONAL EN LA ALTURA DETECTADO EN EL I TRIMESTRE Y LOS RESULTADOS PERINATALES. HOSPITAL DANIEL ALCIDES CARRIÓN PASCO. AÑO 2015

    OpenAIRE

    Rios Bernardo, Cledy Ruperta

    2017-01-01

    Objetivo: Determinar la relación entre la anemia gestacional en la altura detectado en el I trimestre y los resultados perinatales. Hospital Daniel Alcides Carrión – Pasco. Año 2015. Método de Estudio: Deductivo; diseño descriptivo de nivel relacional, tipo retrospectivo, de cohorte transversal; la población estudiada estuvo constituida por 44 gestantes. Resultados: 1. La edad más frecuente 18 años, el 86% procedente de la zonas distritales, con estudios de secundaria en el 64% y 73% co...

  10. Women and HIV

    Science.gov (United States)

    ... Consumer Information by Audience For Women Women and HIV: Get the Facts on HIV Testing, Prevention, and Treatment Share Tweet Linkedin Pin ... How can you lower your chance of HIV? HIV Quick Facts What is HIV? HIV is the ...

  11. Dopplervelocimetria arterial em gestantes com antecedente de crescimento intra-uterino retardado Arterial doppler velocimetry in pregnant women with previous idiopathic intrauterine growth retardation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Sasaki

    1998-10-01

    Full Text Available Objetivo: verificar o comportamento da dopplervelocimetria no decorrer de gestações de risco e analisar os resultados perinatais obtidos entre os conceptos que apresentaram crescimento intra-uterino retardado (CIUR e os considerados adequados para a idade gestacional (AIG. Método: avaliou-se prospectivamente a evolução da dopplervelocimetria em 38 gestantes com antecedente de CIUR idiopático, correlacionando-a com a presença do CIUR na gestação atual. A população gestacional em estudo foi dividida em dois grupos, de acordo com o peso de seus respectivos recém-nascidos. O grupo 1 apresentou recém-nascidos com CIUR e o grupo 2, recém-nascidos adequados para idade gestacional. O CIUR foi diagnosticado em 23,7% (9/38 dos casos. A dopplervelocimetria das artérias umbilical e uterina foi realizada entre a 20ª e a 40ª semana de gestação. A dopplervelocimetria da artéria cerebral média foi analisada após a 28ª semana de gestação e repetida duas vezes por mês, valorizando-se o último exame antes do parto. Resultado: verificamos uma correlação entre a média do índice S/D da dopplervelocimetria da artéria uterina e umbilical na 24ª e 28ª semana de gestação, respectivamente, e a ocorrência de CIUR. Não houve diferença entre os dois grupos quanto à presença ou ausência da incisura protodiastólica na artéria uterina e os índices da artéria cerebral média no último exame antes do parto. Houve relação entre a internação no berçário, superior a três dias, e a presença de CIUR. Conclusões: A dopplervelocimetria é um recurso propedêutico que deve ser empregado no acompanhamento de casos com maior risco para o CIUR. Com isso, consegue-se detectar aqueles fetos com maior risco de hipóxia e, ao se interromper oportunamente a gestação, evitam-se as complicações relacionadas ao sofrimento fetal.Purpose: to determine the behavior of doppler velocimetry during the course of risk pregnancies and to compare

  12. Estudo comparativo de indicadores bioquímicos de concentração de ferro, em duas populações de gestantes, com e sem atendimento pré-natal A comparative study of biochemical indicators of iron concentration in two groups of pregnant women, with and without pre-natal care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sophia Cornbluth Szarfarc

    1982-02-01

    Full Text Available Foi avaliada a influência da quantidade do atendimento pré-natal na deficiência de ferro entre gestantes com 36 e mais semanas de gravidez, em comparação com um grupo padrão. A amostra foi distribuída em 3 grupos: GP - com pré-natal de "acreditação" satisfatória (grupo padrão; CPN com pré-natal, de diferentes qualidades; SPN - sem pré-natal. Os resultados obtidos para hemoglobina mostraram que no grupo padrão (GP a prevalência e severidade de anemia são significativamente menores do que no grupo com pré-natal (CPN e este do que no sem pré-natal (SPN. Os resultados obtidos na relação hemoglobina/hematócrito, ferro sérico e capacidade total de ligação de ferro apresentaram o GP em situação significativamente melhor do que os grupos CPN e SPN que não foram estatisticamente diferentes entre si. Chamou-se a atenção para a necessidade de aumento de cobertura e uniformização na qualidade dos serviços de pré-natal, com o objetivo de diminuir a prevalência de deficiência de ferro entre gestantes.The influence of the amount of pre-natal care on the prevalence of iron-deficiency among women, 36 weeks or more pregnant, was assessed. The sample population was divided into three groups: the Standard Group (GP - with adequate assistance of the pre-natal care services from the first trimester of pregnancy onwards; those who received pre-natal assistance, but of varying adequacy and begun at different gestational ages (CPN; and those who received no pre-natal assistance at all (SPN. The results obtained from hemoglobin analysis showed that prevalence and severity of anemia increases significantly from the GP to the SPN. The analysis of the mean corpuscular hemoglobin concentration, serum iron and transferrin saturation showed no statistically significant differences between groups CPN and SPN; the GP showed better results when compared to the other two. Attention is called to the necessity of pre-natal care and the

  13. Endostatin (EntreMed).

    Science.gov (United States)

    Grosios, K

    2000-07-01

    EntreMed has licensed the worldwide rights to the angiogenesis inhibitor Endostatin, a 20 kDa C-terminal fragment of collagen XVIII, from the Children's Hospital of Boston, a teaching affiliate of Harvard Medical School. It is being developed as a potential cancer treatment and may also be useful in certain types of blindness and arthritis [227427]. EntreMed filed an IND for Endostatin in June 1999 [334125] and as of September 1999, phase I trials were underway [341462]. As of April 2000, the company had initiated plans for testing low doses of Endostatin in cancer patients using continuous infusion and sc administration in a further phase I study to be conducted in Europe [361594]. A phase I trial of Endostatin which will evaluate the safety and efficacy of Endostatin at a range of doses in no more than 100 cancer patients has been initiated. The trial will take place at the University of Texas MD Anderson Medical Center and the University of Wisconsin Cancer Center in Madison. The National Cancer Center will be sponsoring the trial, which is expected to be completed in late 2000. As of March 2000, there had been no serious adverse events attributable to Endostatin administration. The first report from this trial is expected in autumn 2000 [341462], [366312]. The mechanism of action for Endostatin remains unclear, although reports from the 91st AACR Meeting in April 2000 showed that recombinant human endostatin bound to a number of tropomyosin cDNAs in a library screen [362039]. In preclinical studies, repeated administration of Endostatin consistently shrank primary tumors and did not produce any drug resistance. In mice, a variety of tumors which had progressed to 1 to 2% of total body weight, regressed to microscopic, dormant lesions following Endostatin treatment [231418], [231470], [270673]. Types of cancers which respond to Endostatin include lung, skin, vascular and fibrosarcomas. Toxicology studies in cynomolgus monkeys showed that bolus injections of

  14. La atmósfera psíquica y los vínculos significativos de madres adolescentes gestantes y lactantes de bajo estrato socio-económico. Implicaciones sobre el desarrollo psíquico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maggi Gutiérrez

    2007-05-01

    Full Text Available En el artículo se presentan los resultados parciales de un proyecto de investigación-intervención que buscó caracterizar la atmósfera psíquica y los vínculos significativos de madres adolescentes gestantes y lactantes, así como analizar sus implicaciones sobre el desarrollo psíquico, tanto de ellas como de sus hijos e hijas. La intervención consistió en un acompañamiento psicoterapéutico grupal de enfoque psicoanalítico, realizado durante 10 a 15 sesiones a 15 grupos con un promedio de 6 madres, en los cuales participaron 97 adolescentes entre 14 a 19 años de la ciudad de Bogotá y de estrato socioeconómico bajo (1 y 2. Durante las sesiones, un observador registraba el discurso de las participantes y el del terapeuta, para posteriormente elaborar un protocolo detallado de ambos. Los protocolos fueron sometidos a un análisis hermenéutico sucesivo que arrojó inicialmente una categorización descriptiva, y sus tendencias predominantes fueron posteriormente sometidas a una interpretación teórica desde el referente psicoanalítico. Los resultados indican que durante la gestación, el parto y la lactancia, si bien en algunos casos se encontraron experiencias satisfactorias y estados emocionales que favorecían el vínculo madre-hijo, las características predominantes de la atmósfera psíquica de las adolescentes y de sus vínculos significativos, no favorecen su desarrollo psíquico, como tampoco el del bebé o la bebé.

  15. La atmósfera psíquica y los vínculos significativos de madres adolescentes gestantes y lactantes de bajo estrato socio-económico. Implicaciones sobre el desarrollo psíquico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maggui Gutiérrez

    2007-01-01

    Full Text Available En el artículo se presentan los resultados parciales de un proyecto de investigación-intervención que buscó caracterizar la atmósfera psíquica y los vínculos significativos de madres adolescentes gestantes y lactantes, así como analizar sus implicaciones sobre el desarrollo psíquico, tanto de ellas como de sus hijos e hijas. La intervención consistió en un acompañamiento psicoterapéutico grupal de enfoque psicoanalítico, realizado durante 10 a 15 sesiones a 15 grupos con un promedio de 6 madres, en los cuales participaron 97 adolescentes entre 14 a 19 años de la ciudad de Bogotá y de estrato socioeconómico bajo (1 y 2. Durante las sesiones, un observador registraba el discurso de las participantes y el del terapeuta, para posteriormente elaborar un protocolo detallado de ambos. Los protocolos fueron sometidos a un análisis hermenéutico sucesivo que arrojó inicialmente una categorización descriptiva, y sus tendencias predominantes fueron posteriormente sometidas a una interpretación teórica desde el referente psicoanalítico. Los resultados indican que durante la gestación, el parto y la lactancia, si bien en algunos casos se encontraron experiencias satisfactorias y estados emocionales que favorecían el vínculo madre-hijo, las características predominantes de la atmósfera psíquica de las adolescentes y de sus vínculos significativos, no favorecen su desarrollo psíquico, como tampoco el del bebé o la bebé.

  16. Gestantes colonizadas pelo Streptococcus do grupo B e seus recém-nascidos: análise crítica da conduta adotada no Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz Beta-hemolytic streptococcus in pregnant women and their newborn infants: a critical analysis of the protocol used at Fernandes Figueira Institute, Oswaldo Cruz Foundation, in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalie Del-Vecchio L. Costa

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a aplicação do protocolo do Centers of Disease Control (CDC, 2002 quanto à profilaxia da sepse neonatal precoce por Streptococcus do grupo B (SGB. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com revisão de prontuários de 125 gestantes colonizadas pelo SGB e 133 recém-nascidos, no período de janeiro/2003 a dezembro/2006. A conduta intraparto foi considerada correta quando a gestante recebia antibioticoprofilaxia pelo menos quatro horas antes do parto, ou quando não recebia, mas era submetida a parto cesáreo eletivo. A conduta intraparto foi considerada incorreta quando a gestante recebia antibioticoprofilaxia menos de quatro horas antes do parto, a prescrição antibiótica estava incorreta ou quando não havia profilaxia prescrita. RESULTADOS: A prevalência de colonização materna pelo SGB foi de 4,7%. A época de coleta do swab vaginal/retal variou entre 14 e 40 semanas de gestação, com média de 32 semanas. Das gestantes colonizadas, 54 (43% receberam conduta intraparto correta. Dos 133 recém-nascidos estudados, 95 (71% receberam avaliação diagnóstica corretamente, 17 (13% evoluíram com sepse clínica e um (0,75% apresentou sepse comprovada. A incidência de sepse foi maior em recém-nascidos cujas mães não receberam profilaxia intraparto corretamente, porém esta associação não apresentou diferença estatística significativa (18 versus 7%, p>0,05. CONCLUSÕES: Apesar de o protocolo para prevenção de sepse precoce pelo SGB estar implementado na instituição, ainda é possível observar falhas na profilaxia intraparto materna. Essas falhas representam oportunidades perdidas na prevenção da sepse precoce pelo SGB.OBJECTIVE: To evaluate the use of the guidelines of the Centers of Disease Control (CDC, 2002 regarding the prophylaxes of group B Streptococcus (GBS early onset neonatal sepsis. METHODS: We conducted a retrospective study by chart review of 125 pregnant women colonized by GBS and 133 neonates born at a

  17. Avaliação da relação entre parasitoses intestinais e fatores de risco para o HIV em pacientes com AIDS Evaluation of the relatioship between of intestinal parasitoses and risk factors for HIV infection in AIDS patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Cimerman

    1999-04-01

    Full Text Available Estudo transversal em 200 pacientes portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS na cidade de São Paulo, a fim de verificar se a presença de enteroparasitas está associada aos diversos fatores de risco para a infecção pelo HIV. Verificou-se que a diarréia foi mais freqüente no grupo que apresentou parasitose intestinal, sendo a diferença altamente significante (p We conducted a cohort survey on 200 AIDS patients in São Paulo, SP, Brazil, to verify if the presence of enteroparasites is associated with the various risk factors for HIV infection. Diarrhea was significantly more frequent in the group of patients presenting enteroparasitosis (p < 0.00001. Giardia lamblia, found in 32 (16% cases, was the most prevalent parasite. The presence of parasites in the stool samples was not significantly associated with risk factors for HIV infection, mainly when considering Giardia lamblia and Cryptosporidium parvum (p = 0.99 and 0.69, respectively. The controversy found in the literature indicates that additional studies should be done in the different geographical regions of the country.

  18. Transformações da "aids aguda" para a "aids crônica": percepção corporal e intervenções cirúrgicas entre pessoas vivendo com HIV e aids From "acute AIDS" to "chronic AIDS": body perception and surgical interventions in people living with HIV and AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatianna Meireles Dantas de Alencar

    2008-12-01

    Full Text Available Após dez anos de uso da terapia anti-retroviral de alta potência, um novo problema surge: a síndrome lipodistrófica do HIV, uma distribuição irregular de gordura no corpo, decorrente do uso das medicações anti-retrovirais. Se no início da epidemia, a aids era caracterizada, sobretudo, pela magreza, hoje - tempos de "aids crônica"- estamos, uma vez mais, diante do estigma sobre o corpo, só que, paradoxalmente, com sinal trocado - o acúmulo "desordenado" de gordura no corpo. Este artigo apresenta e compara as mudanças corporais percebidas por pessoas que vivem com HIV e aids, ocorridas nos últimos anos da epidemia, com a utilização dos anti-retrovirais. Foram analisadas 32 entrevistas qualitativas com pessoas vivendo com HIV e aids, realizadas nos anos de 1999 e 2005. Ao nos depararmos com as novas questões emergentes e analisarmos sua interação com a crescente disponibilidade e utilização de tecnologias, fica a forte sensação de ressurgimento, sob nova forma, dos mesmos paradoxos previamente existentes nos tempos da aids aguda: o impacto dos sinais e um certo tipo de ressurgimento da desesperança quanto ao futuro de vida dessas pessoas.The Brazilian government has been providing free and universal access to the HAART therapy for people living with HIV and AIDS for ten years. Since then, many epidemiological characteristics have changed, and AIDS passed scientifically and medically to be classified as a chronic condition. This qualitative study aims to comprehend the challenges posed by self-perception of body changes experienced by people living with AIDS during recent years, as a result of prolonged use of antiretroviral medication.With this purpose, in 1999 and 2005, 32 semi-structured interviews with HIV positive individuals were held in the State of Sao Paulo to capture the challenges occurred during this period, in particular with regard to the lipodystrophy syndrome. The analysis of the data indicates that even with

  19. Curva de hemoglobina em um grupo de gestantes normais Hemoglobin curve in a normal pregnant women group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Augusto Marcondes de Almeida

    1973-09-01

    Full Text Available Através das dosagens de hemoglobina realizadas em várias épocas da gravidez, em 701 gestantes sem suplementação de ferro escolhidas por amostragem casual simples de um universo de 7050 no período de 1947 a 1969, foi construída uma curva com as taxas médias de hemoglobina, que evidenciou uma queda que atinge o máximo por volta do 7.° mês de gravidez e elevando-se a partir desta época. A partir dela foi construída uma curva operacional e discutida a sua importância no diagnóstico e conduta frente a anemia na gravidez.Through hemoglobin determinations made in various stages of pregnancy, in 701 pregnant women with no iron supplementation ad hoc chosen out of a number of 7050 in the period from 1947 to 1969, a curve was constructed with the average rate of hemoglobin, which gave evidence of a drop that reaches its maximum around the 7th month of pregnancy and rises from that moment on. From this a working graph was built up and then it was discussed its importance in the diagnostic and treatment in anemia in pregnancy.

  20. Impacto de um programa de orientação dietética sobre a velocidade de ganho de peso de gestantes atendidas em unidades de saúde Impact of a dietary counseling program on the gain weight speed of pregnant women attended in a primary care service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Regina Vítolo

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o impacto das orientações alimentares sobre o controle de ganho de peso entre gestantes atendidas em um serviço público de saúde. MÉTODOS: o estudo foi desenvolvido em uma unidade de saúde de referência localizada na região metropolitana da cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Brasil. Trezentos e quinze gestantes entre a 10ª e 29ª semana gestacional foram randomizadas entre Grupo Controle e Intervenção. O Grupo Intervenção recebeu orientações alimentares de acordo com o estado nutricional, e as gestantes do Grupo Controle permaneceram no atendimento de rotina. Foram realizadas medidas de peso e altura, e calculou-se o índice de massa corporal (IMC. O estado nutricional pré-gestacional foi determinado de acordo com os seguintes critérios de IMC: baixo peso (30 kg/m². O estado nutricional durante a gestação foi obtido de acordo a com a curva de IMC para idade gestacional adotada pelo Ministério da Saúde no Brasil. Para análise dos dados, utilizou-se o risco relativo e respectivo intervalo de confiança de 95% e os testes t de Student e χ2. Considerou-se significância estatística o valor de pPURPOSE: to evaluate the impact of dietary counseling on controlling weight gain in pregnant women, who were served in a public health service facility. METHODS: the study was conducted at a known health unit located in the metropolitan region of the city of Porto Alegre, in Rio Grande do Sul, Brazil. Three hundred and fifteen pregnant women between the 10th and 29th week of gestation were randomized to Control and Intervention Groups. The Intervention Group received dietary counseling according to nutritional status, and pregnant women in the Control Group were instructed to follow the routine of the health service facility. Weight and height were measured, and the body mass index (BMI was calculated. The pre-gestational nutritional status was determined according to the following BMI criteria: low weight

  1. Prevalência de anticorpos IgG antiparvovírus B19 em gestantes durante o atendimento pré-natal e casos de hidropisia fetal não imune atribuídos ao parvovírus B19, na Cidade do Rio de Janeiro Anti-parvovirus B19 IgG antibody prevalence in pregnant women during antenatal follow-up and cases of non-immune hydropsis fetalis due to parvovirus B19, in the City of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Ricardo Araujo da Silva

    2006-10-01

    Full Text Available Com o objetivo de medir a prevalência de anticorpos IgG contra o parvovírus B19 em gestantes com até 24 semanas de idade gestacional e detectar a ocorrência de casos de hidropisia fetal não-imune atribuídos a esse vírus, coletamos 249 amostras de soro em uma maternidade de referência na cidade do Rio de Janeiro, entre junho de 2003 e março de 2005. As gestantes foram acompanhadas até o termo da gestação, sendo detectados 17 casos de hidropisia fetal. Quatro casos foram atribuídos ao parvovírus B19 e dois destes ocorreram em gestantes residentes na zona oeste da cidade, em fevereiro de 2005. Resultados positivos para anticorpos IgG antiparvovírus B19 foram encontrados em 172 (71,6% gestantes (IC 95% 65,5-77,7%, sendo esta prevalência de anticorpos comparável à encontrada em outras cidades brasileiras. A única variável associada com aquisição prévia de anticorpos IgG foi número de gestações anteriores maior que um(p= 0,02, IC 95% 0,36-0,94.With the aim of measuring the prevalence of anti-parvovirus B19 IgG antibodies during pregnancy up to 24 weeks of gestation and detecting cases of nonimmune hydrops fetalis, 249 sera from pregnant women attending a reference hospital in Rio de Janeiro city, from June 2003 to November 2004 were collected. They were followed-up until the end of pregnancy, with 17 cases of fetal hydrops detected. Four cases were caused by parvovirus B19 and two of them occurred in pregnant women living in the western zone of the city, during February 2005. Anti-parvovirus B19 IgG antibodies were found in 172 (71.6% pregnant women (CI 95% 65.5%-77.7%; this antibody prevalence is similar to results found for others Brazilian cities. The only variable associated with previous acquisition of IgG antibodies to parvovirus B19 was number of pregnancies greater than one (p= 0.02, CI 95% 0.36-0.94.

  2. Relación entre funcionalidad familiar y las estrategias de afrontamiento utilizadas por adolescentes embarazadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Esperanza Zambrano Plata

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivo: determinar la relación que existe entre la funcionalidad familiar y las estrategias de afrontamiento utilizadas por las adolescentes embarazadas usuarias de tres Instituciones Prestadoras de Salud (IPS pertenecientes a la Empresa Social del Estado Imsalud en el primer semestre de 2011. Materiales y Métodos: se realizó un estudio con enfoque cuantitativo, de tipo descriptivo correlacional y probabilístico, la muestra conformada por 150 adolescentes inscritas en el Programa de Atención a la Adolescente Gestante. Resultados: se destacó que la mayoría de adolescentes embarazadas se encontraban en el rango de edad de 17-19 años con un promedio de 18 años, la menarquía se presentó principalmente a edades tempranas cuando las adolescentes tenían 12 años; y la edad de inicio de las relaciones sexuales fue a los 16 años. En el sistema familiar de las adolescentes embarazadas se encontró que un gran porcentaje del total de participantes, tienen un sistema familiar disfuncional (54% y en menor medida tienen sistema familiar funcional correspondiente al 46%. Conclusiones: respecto a la funcionalidad familiar y las estrategias de afrontamiento se encontró asociación directa y positiva entre estas variables demostrándose que a mayor nivel de funcionalidad familiar se utilizaran estrategias más productivas y viceversa.

  3. Início da terapia anti-retroviral em estágio avançado de imunodeficiência entre indivíduos portadores de HIV/AIDS em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Initiation of antiretroviral therapy in HIV-infected patients with severe immunodeficiency in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roberto Maggi Fernandes

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar a proporção de início tardio da terapia anti-retroviral (TARV e seus fatores associados. Estudo de corte transversal com pacientes de dois serviços públicos de referência (n = 310 em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Atraso no início da TARV foi definido como ter contagem de linfócitos T CD4+ The main objective was to assess the proportion of delayed initiation of antiretroviral therapy (ART and associated factors. This was a cross-sectional study of 310 patients enrolled in two public health centers in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. Delayed ART initiation was defined as starting treatment with a CD4 count lower than 200 cells/mm³ or clinical symptoms of severe immunodepression at the time of first antiretroviral prescription. The majority of participants were males (63.9%, had no health insurance (76.1%, and started ART less than 120 days after the first medical visit (75.2%. The proportion of delayed ART initiation was 68.4%. Unemployment, referral by a health professional for HIV testing, fewer than two medical visits in the six months prior to ART initiation, and time between first medical visit and ART initiation less than 120 days were independently associated with the outcome. Our results suggest that every patient 13 to 64 years of age should be offered HIV testing, which could increase the rate of early HIV diagnosis, and thus patients that tested positive could benefit from timely follow-up and antiretroviral therapy.

  4. O QUOTIDIANO DE GESTANTES: A ENFERMAGEM PROMOVENDO O SER SAUDÁVEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel de Godoy Ferreira

    2014-01-01

    Full Text Available Se trata de un estudio cualitativo, exploratório-descriptivo, basado en la Sociología Comprensiva y el Cotidiano. Hemos tratado de entender el cotidiano de las mujeres en el ámbito familiar, desde el período prenatal. La investigación se realizó en un Centro de Salud en el sur de Brasil, con diez mujeres embarazadas. La recogida de datos fue a través de entrevistas semi-estructuradas utilizando el Genograma Intra-familiar y Eco-mapa, entre marzo y mayo de 2011. El análisis de los datos: análisis preliminar, clasificación, palabras clave, codificación y categorización. Los resultados muestran que la vida cotidiana de las mujeres embarazadas implica la modificación de algunas experiencias biológicas y emocionales que generan una necesidad de cambios en el ritmo de la vida, cuya implementación depende de cambios de orden social, que requieren una red de apoyo que pueden contribuir a la promoción de salud durante el embarazo.

  5. Adherence and side effects of three ferrous sulfate treatment regimens on anemic pregnant women in clinical trials Adesão e efeitos colaterais em ensaio clínico comparando três esquemas de tratamento com sulfato ferroso em gestantes anêmicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariani Impieri de Souza

    2009-06-01

    Full Text Available The objective of this study was to analyze adherence and side effects of three iron supplement regimens (ferrous sulfate on anemic pregnant women. The clinical trial involved 150 women between the 16th and 20th gestational weeks, at low obstetric risk and with hemoglobin concentration of between 8.0 and 11.0g/dL. Treatment was provided by ferrous sulfate with 60mg of elemental iron during 16 (± 1 weeks, in three regimens: single tablet a week (n = 48; single tablet twice a week (n = 53 or single tablet a day (n = 49. The outcomes were adherence, assessed through interviews and by counting tablets, and side effects, according to patient information. The adherence showed a declining trend (92%, 83% and 71%; p = 0.010 and the side effects revealed a growing trend (40%, 45% and 71%; p = 0.002 as the dosage increased. Diarrhea and epigastric pain were significantly associated with the dose administered (p = 0.002. These results suggest that in anemic pregnant women, complaints are directly proportional and the compliance is inversely proportional to the amount of medicinal iron.O objetivo deste estudo foi analisar a adesão e os efeitos colaterais de três esquemas de suplementação com sulfato ferroso em gestantes anêmicas. O ensaio clínico incluiu 150 mulheres entre a 16ª e 20ª semanas de gestação, de baixo risco obstétrico e com concentração de hemoglobina entre 8,0 e 11,0g/dL. A intervenção foi realizada com 60mg de ferro elementar, durante 16 (±1 semanas, em três esquemas: uma drágea semanal (n = 48; uma drágea duas vezes por semana (n = 53 ou uma drágea diariamente (n = 49. Os desfechos foram adesão, verificada por entrevista e contagem das drágeas, e efeitos colaterais auto-relatados pelas pacientes. A adesão apresentou tendência declinante (92%, 83% e 71%; p = 0,010 e os efeitos colaterais, ascendente (40%, 45% e 71%; p = 0,002 com o aumento da dose prescrita. Diarréia e dor epigástrica estiveram significativamente

  6. Avaliação da autoestima de gestantes com uso da Escala de Autoestima de Rosenberg Evaluación de la autoestima de gestantes con uso de la escala de autoestima de Rosemberg Assessment of self-esteem in pregnant women using Rosenberg's self-esteem scale

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ligia Maçola

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo descritivo e transversal foi avaliar a autoestima de 127 gestantes atendidas em programa de pré-natal de um hospital público de ensino. Os dados foram colhidos usando-se a Escala de Autoestima de Rosenberg; a autoestima insatisfatória foi relacionada a variáveis sócio-demográficas, de saúde da gestante e da presença ou não de sistemas de apoio. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e análise univariada, buscando possíveis associações. As gestantes com autoestima insatisfatória totalizaram 60% da amostra. Em relação aos dados sócio-demográficos, as mulheres com menor escolaridade apresentaram maior frequência de escores de autoestima insatisfatória, divergindo de resultados de outros estudos. As gestantes que referiram gestação não planejada apresentaram maior prevalência de autoestima insatisfatória do que aquelas que referiram tê-la planejado. A ausência de apoio do parceiro para cuidar do filho após seu nascimento também esteve associada a menor autoestima nas grávidas. Não foram encontradas relações estatisticamente significativas para as demais variáveis estudadas.El objetivo de este estudio descriptivo y transversal fue evaluar la autoestima de 127 gestantes atendidas en el programa prenatal de un hospital público de enseñanza. Los datos fueron recolectados utilizando la Escala de Autoestima de Rosenberg; la autoestima insatisfactoria se relacionó con variables socio-demográficas, de salud de la gestante y de la existencia o no de sistemas de apoyo. Los datos fueron sometidos a análisis estadístico descriptivo y a análisis univariado, buscando posibles asociaciones. Las gestantes con autoestima insatisfactoria totalizaron el 60 % de la muestra. En relación a los datos socio-demográficos, las mujeres con menor escolarización presentaron mayor frecuencia de puntajes de autoestima insatisfactoria, divergiendo de resultados de otros estudios. Las

  7. Evidência sorológica da infecção aguda pelo Toxoplasma gondii em gestantes de Cascavel, Paraná Serological evidence of acute Toxoplasma gondii infection in pregnant women in Cascavel, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia de Lucena Mioranza

    2008-12-01

    Full Text Available Para verificar a ocorrência da toxoplasmose em Cascavel, Paraná, cidade próxima a região onde ocorreu o maior surto epidêmico descrito mundialmente, 334 amostras de soros de gestantes foram triadas pelo ensaio imunoenzimático comercial IgG no Laboratório Municipal de Cascavel, e confirmadas no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo por imunofluorescência IgG, ensaio imunoenzimático e avidez de IgG in house. A soropositividade pelo IgG comercial foi 54,2%, pela imunofluorescência 54,8% e pelo IgG in house 53,9%, com boa concordância entre imunofluorescência/IgG comercial (Kappa=0,963781; co-positividade=97,8%; co-negatividade=98,7% e imunofluorescência/IgG in house (Kappa=0,975857; co-positividade=97,8%; co-negatividade=100%. A evidência de infecção aguda nas gestantes foi similar tanto pela avidez de IgG (2,4% ao ano como pela análise estatística de tendência (teste χ2 por faixa etária (2% ao ano, sugerindo que a triagem sorológica pré-natal e a vigilância epidemiológica são imprescindíveis para redução do risco da toxoplasmose na região, embora sem evidência de surto epidêmico.In order to investigate the incidence of toxoplasmosis in Cascavel, Paraná, a city near the region where the largest reported epidemic outbreak in the world occurred, 334 serum samples from pregnant women were screened using a commercial IgG immunoenzymatic assay at the Municipal Laboratory in Cascavel and were confirmed at the Institute of Tropical Medicine in São Paulo, by means of IgG immunofluorescence, immunoenzymatic assaying and the in-house IgG avidity test. The IgG seropositivity from the commercial test was 54.2%, from immunofluorescence 54.8% and from the in-house IgG 53.9%, with good agreement between immunofluorescence and the commercial IgG test (kappa = 0.963781; co-positivity = 97.8%; co-negativity = 98,7% and between immunofluorescence and the in-house IgG (kappa = 0.975857; co-positivity = 97.8%; co

  8. Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco Urine test to diagnose urinary tract infection in highh-risk pregant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Virgínia de Queiroz Lins Guerra

    2012-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a acurácia do exame simples de urina para diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal, prospectivo, em 164 gestantes admitidas na enfermaria de alto risco do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP, no período de janeiro a junho de 2011. Foram excluídas as pacientes em uso de antibiótico nos últimos dez dias. Todas as pacientes foram submetidas aos exames de urina simples e urocultura no início de sua admissão. A concordância entre os resultados dos exames foi avaliada pelo índice Kappa (K, sendo, ainda, determinados a acurácia, sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo (VPP e negativo (VPN. RESULTADOS: Utilizando como critério de diagnóstico apenas a presença de piócitos no exame simples de urina para sugerir bacteriúria, observou-se uma fraca concordância quando comparado à urocultura (K=0,16. A acurácia foi de 61%, com sensibilidade de 62,5% e especificidade de 60,6%. O VPP foi de 27,78% e o VPN, de 87%. CONCLUSÃO: Na presença de alteração do exame simples de urina não necessariamente está em curso uma infecção urinária, sendo necessária a realização da urocultura. Porém, quando o exame simples de urina for normal, a urocultura pode ser dispensada.PURPOSE: To identify the accuracy of urinalysis in the diagnosis of urinary tract infection in pregnant women at high risk. METHODS: a prospective, cross-sectional study was conducted on 164 pregnant women admitted to the high-risk the ward of the Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP during the period from January to June 2011. Patients who had been taking antibiotics in the last ten days were excluded. All patients were subjected to simple urine tests and urine culture at the beginning of their admission. The agreement between the results of the examinations was evaluated by Kappa indices (K, and accuracy, sensitivity

  9. Seroprevalencia del virus linfotropo T humano tipo 1 (HTLV-1 en gestantes y grupos de elevada prevalencia para enfermedades de transmisión sexual de Ayacucho, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zoraida Juscamaita P

    2004-10-01

    Full Text Available Mediante encuestas sero-epidemiológicas se determinó la prevalencia de HTLV-1 en gestantes que acudieron a control prenatal al Hospital Regional de Ayacucho, ciudad andina del Perú, y en grupos de alta prevalencia para enfermedades de transmisión sexual (GEPETS. Las muestras séricas fueron tamizadas con el método de ELISA y finalmente confirmadas con el método de inmunoensayo en línea (INNO-LIA. Se enroló a 602 gestantes de las cuales 3 fueron positivas (0,5% y 3 indeterminadas (0,5. Todas las 85 trabajadoras sexuales fueron negativas, mientras que 2 de 74 homo/bisexuales (2,7% fueron indeterminados. En conclusión, la seroprevalencia de HTLV-1 en gestantes de Huamanga fue baja. La ausencia de casos positivos en los GEPETS contrasta con lo informado en nuestro país.

  10. Factors related to the development of stress and burnout among nursing professionals who work in the care of people living with HIV/aids / Fatores relacionados ao desenvolvimento de estresse e burnout entre profissionais de enfermagem que atuam na assistência a pessoas vivendo com HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Seron Sanches

    2018-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar quais os fatores relacionados ao desenvolvimento de desgaste emocional, estresse e burnout estão presentes na assistência de enfermagem às pessoas vivendo com HIV/aids. Método: Revisão integrativa de literatura, com busca eletrônica de publicações nas bases de dados MEDLINE e LILACS, utilizando-se os descritores: esgotamento profissional, enfermagem, infecções por HIV em português e/ou em suas variações na língua inglesa. Resultados: Somente 9 artigos foram incluídos na seleção por se enquadrarem nos critérios de inclusão e atender a questão norteadora. Ressalta-se que 100% destes artigos são originários de periódicos internacionais, assim como desenvolvidos no continente africano. Conclusão: Estressores como falta de recursos, dificuldades para atender às expectativas da clientela, sobrecarga de trabalho, necessidade de lidar com a morte dos clientes e medo de contaminação estão presentes no cotidiano desses profissionais, podendo culminar na ocorrência de estresse e burnout, e comprometer a assistência prestada.

  11. VIOLÊNCIA CONTRA GESTANTES EM DELEGACIAS ESPECIALIZADAS NO ATENDIMENTO À MULHER DE TERESINA-PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Gomes dos Santos

    2010-01-01

    Full Text Available La violencia contra la mujer es definida como cualquier acción o conducta basada en violencia de género, que cause muerte, daño o sufrimiento físico, sexual o psicológico. El objetivo fue medir el fenómeno de la violencia doméstica contra las mujeres embarazadas mediante la denuncia de maltrato en Comisarías Especializadas en Atención a la Mujer, en Teresina- -PI. Investigación cuantitativa del tipo análisis documental, retrospectivo. Para recolectar datos se utilizó un formulario semiestructurado. La muestra estuvo conformada por 71 notificaciones policiales de mujeres embarazadas violadas en 2008 en dos Comisarías de la Mujer de Teresina-PI. Se observó que 42,3% de las embarazadas era ama de casa; 31,0% tenía entre 22 y 26 años de edad; los principales responsables por la violencia fueron sus compañeros (38,0%, maridos (18,3% y ex- -compañeros (18,3%; se destacaron los tipos de violencia física (32,5%, psicológica (31,7% y moral (30%. Se concluyó que la población de embarazadas que denunció a su pareja no fue significativa, probablemente por tornarse más manejables ante las promesas del compañero de no volver a agredirla.

  12. Entre monos y centauros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Serge Gruzinski

    2005-02-01

    Full Text Available    ¿Qué relación puede existir entre Ovidio, Tiziano y unos tlacuilo indios de la sierra otomí ? ¿Qué tienen en comun  el pintor mas famoso del siglo XVI , el veneciano Tiziano (+ 1576,  un poeta latino del primer siglo despues de Cristo, Publio Ovidio Nasón (-43/17 ,  y unos artistas indígenas anónimos del pueblo otomi de Ixmiquilpan?   Aunque la reunión de estos tres nombres parezca extraña y sorprendente, los hilos que los unen no son nada anecdóticos.  Permiten entender mejor la manera...

  13. Entre formigas e estrelas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Prates

    2013-06-01

    Full Text Available Esta resenha apresenta o livro Reagregando o social: uma introdução à teoria do ator-rede, última obra do filósofo francês Bruno Latour publicada no Brasil. Nele, o autor se propõe a elaborar uma suma da crítica que faz aos conceitos usualmente aceitos de “social”, o que vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos de produção intelectual. Neste processo ele criou a “Teoria-ator-rede”, que busca reestabelecer teoricamente as relações entre o que chama de mediadores “humanos” e “não-humanos”.

  14. Prevalência da colonização vaginal e anorretal por estreptococo do grupo B em gestantes do terceiro trimestre Prevalence of vaginal and anorectal colonization by group B streptococcus in pregnant women in the last three months of gestation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Beraldo

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar a prevalência da colonização por estreptococo do grupo B em gestantes do terceiro trimestre, atendidas em um hospital regional, e avaliar a associação da colonização com as variáveis maternas demográficas e clínicas. MÉTODOS: no período de 8 de outubro de 2002 a 26 de março de 2003, foi realizado um estudo transversal (de prevalência com 309 gestantes no terceiro trimestre. Amostras de secreção vaginal e anorretal foram coletadas e testadas para identificação presuntiva do estreptococo do grupo B. Foram incluídas as gestantes com gestação maior ou igual a 36 semanas datadas por ultra-sonografia e excluídas as que se recusaram a participar, as em uso de antibioticoterapia e as que haviam sido submetidas a exame ginecológico pelo período mínimo de 24 horas antes da coleta. As gestantes foram caracterizadas por variáveis demográficas (raça, idade, grau de escolaridade, renda familiar e número de gestações e clínicas (idade gestacional, ocorrência de infecção urinária durante a gestação atual, ruptura prematura de membranas e tempo de bolsa rota, febre materna intraparto, corioamnionite, líquido amniótico com mecônio, via de parto utilizada, febre materna pós-parto e endometrite. RESULTADOS: das gestantes, 46 estavam colonizadas pelo estreptococo do grupo B, sendo que 26 (56,5% tiveram a cultura vaginal positiva, 8 (17,4% a cultura anorretal positiva e 12 (26,5% tiveram tanto a cultura vaginal como a retal positivas. Nenhuma das variáveis analisadas neste estudo foi estatisticamente significativa quanto à colonização pelo estreptococo do grupo B. Os resultados obtidos foram submetidos à análise bivariada pelo teste do chi2 e teste exato de Fisher quando apropriado. CONCLUSÃO: a taxa de prevalência da colonização vaginal e anorretal pelo estreptococo do grupo B em gestantes no terceiro trimestre, foi de 14,9%. Não houve associação entre fatores de risco (primigestação, idade

  15. Experiência da adesão ao tratamento entre mulheres com Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Experiencia de la adhesión al tratamiento de mujeres con VIH/SIDA HIV/AIDS Treatment Regimens Adherence in Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalva Aparecida Marques da Costa

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender a experiência da adesão ao tratamento para o Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida para a mulher. MÉTODOS: Estudo etnográfico, baseado no pensamento teórico interpretativista, com oito mulheres de um Grupo de Adesão em um hospital público. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas e observação participante de janeiro a dezembro 2007. RESULTADOS: Emergiram quatro categorias: enfrentamentos aos valores da experiência da adesão ao tratamento, a experiência singular na adesão ao tratamento, costumes e práticas na experiência da adesão, o cuidar nas relações interpessoais. CONCLUSÃO: As experiências relatadas pertencem à vida singular de cada informante; no entanto, o caminho para uma adesão efetiva fica translúcido nas narrativas. Partiram da realidade específica de suas vidas para ensinar o caminho para aqueles que desejam sair da sombras de um diagnóstico estigmatizante.OBJETIVO: Comprender la experiencia de la adhesión al tratamiento para el Virus de la Inmunodeficiencia Humana/ Síndrome de la Inmunodeficiencia Adquirida de mujeres. MÉTODOS: Se trata de un estudio etnográfico, basado en el pensamiento teórico interpretativo, realizado con ocho mujeres de un Grupo de Adhesión en un hospital público. Los datos fueron obtenidos por medio de entrevistas semi-estructuradas y observación participante en el período comprendido entre enero a diciembre del 2007. RESULTADOS: Emergieron cuatro categorías: enfrentando los valores de la experiencia de la adhesión al tratamiento, la experiencia singular en la adhesión al tratamiento, costumbres y prácticas en la experiencia de la adhesión y el cuidar en las relaciones interpersonales. CONCLUSIÓN: Las experiencias relatadas pertenecen a la vida singular de cada informante; no obstante, el camino para una adhesión efectiva se refleja en las narrativas. Partieron de la realidad espec

  16. Asociación entre los niveles de estrés y depresión y la adhesión al tratamiento en personas seropositivas al VIH en Hermosillo, México Association between stress and depression levels and treatment adherence among HIV-positive individuals in Hermosillo, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio Alfonso Piña López

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Evaluar la asociación entre las variables relacionadas con el estrés, los motivos y la depresión en personas seropositivas al VIH y la adhesión al tratamiento, y analizar su consistencia según un modelo psicológico teórico. MÉTODOS: Estudio transversal con la participación de 25 mujeres y 39 hombres seropositivos al VIH atendidos en el Centro Ambulatorio para la Prevención y Atención a VIH/Sida e Infecciones de Transmisión Sexual, en Hermosillo, Sonora, México. Se exploraron las variables psicológicas y el grado de adhesión al tratamiento, las situaciones vinculadas con el estrés y el grado de depresión. Se elaboraron índices de las variables de interés asociadas con el estrés, los motivos y la depresión. La asociación entre las variables se determinó mediante regresión múltiple. RESULTADOS: En el mes previo al estudio, 65,6% de los 64 participantes informó haber seguido fielmente el tratamiento indicado, mientras 34,4% incumplieron el tratamiento en alguna medida (χ2 = 6,250; P = 0,012. Según el análisis de regresión se encontró que solamente la combinación de niveles intermedios de estrés vinculado con la tolerancia a la ambigüedad y niveles bajos de depresión presentó una asociación significativa (F [3,58] = 3,298; P = 0,027 con la adhesión al tratamiento; la combinación de ambas variables explicó 38,2% de la varianza total encontrada. CONCLUSIONES: La combinación de los niveles de estrés vinculado con la tolerancia a la ambigüedad y de depresión podría emplearse como factor de predicción del fiel cumplimiento de las indicaciones médicas prescritas. Se deben tener en cuenta estos resultados al diseñar intervenciones y programas dirigidos a promover la adhesión al tratamiento en personas seropositivas al VIH.OBJECTIVES: To evaluate the association between variables related to stress, reasons, and depression, and adherence to treatment in HIV-positive individuals, and to analyze the

  17. Anemia em gestantes brasileiras antes e após a fortificação das farinhas com ferro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar prevalência de anemia e valores de hemoglobina (Hb em gestantes brasileiras, antes e após a fortificação das farinhas com ferro. MÉTODOS: Estudo de avaliação de painéis repetidos, desenvolvido em serviços públicos de saúde de municípios das cinco regiões brasileiras. Dados retrospectivos foram obtidos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: antes da fortificação, com parto anterior a junho de 2004, e após a fortificação, com última menstruação após junho de 2005. Anemia foi definida como Hb < 11,0 g/dL. Valores de Hb/idade gestacional foram avaliados segundo dois referenciais da literatura. Foram utilizados teste qui-quadrado, t de Student e regressão logística, com nível de 5% de significância. RESULTADOS: Na amostra total, anemia caiu de 25% para 20% após fortificação (p < 0,001, com médias de Hb significativamente maiores no grupo "após" (p < 0,001. Observaram-se, entretanto, diferenças regionais importantes: reduções significativas nas regiões Nordeste (37% para 29% e Norte (32% para 25%, onde as prevalências de anemia eram elevadas antes da fortificação, e reduções menores nas regiões Sudeste (18% para 15% e Sul (7% para 6%, onde as prevalências eram baixas. Os níveis de Hb/idade gestacional de ambos os grupos se mostraram discretamente mais elevados nos primeiros meses, porém bem mais baixos após o terceiro ou quarto mês, dependendo da referência utilizada para comparação. Análise de regressão logística mostrou que grupo, região geográfica, situação conjugal, trimestre gestacional, estado nutricional inicial e gestação anterior associaram-se com anemia (p < 0,05. CONCLUSÕES: A prevalência de anemia diminuiu após a fortificação, porém continua elevada nas regiões Nordeste e Norte. Embora a fortificação possa ter tido papel nesse resultado favorável, há que se considerar a contribuição de outras políticas p

  18. Nutrición parenteral total en una paciente gestante con pancreatitis aguda e hipertrigliceridemia por déficit de lipoproteín lipasa

    OpenAIRE

    Contreras-Bolívar, Victoria; González-Molero, Inmaculada; Valdivieso, Pedro; Olveira, Gabriel

    2015-01-01

    Presentamos un caso de pancreatitis aguda severa inducida por hipertrigliceridemia secundaria a déficit de lipoproteín lipasa (LPL) en una paciente gestante con diabetes gestacional, manejada inicialmente con dieta, siendo necesario posteriormente llevar a cabo medidas de soporte nutricional artificial: nutrición parenteral total. El déficit de LPL causa hipertrigliceridemia severa y, frecuentemente, pancreatitis aguda de repetición, situación de difícil manejo y de importante gravedad durant...

  19. FORMULACIÓN DE UNA BEBIDA LÁCTEA CON SABOR A AREQUIPE ENRIQUECIDA CON HIERRO Y ÁCIDO FÓLICO, DIRIGIDA A MUJERES GESTANTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jhon Jairo Bejarano Roncancio

    2011-03-01

    Full Text Available Antecedentes. Colombia se encuentra dentro de los países con prevalencia moderada de anemia en mujeres gestantes (20-40%; está comprobado que los niveles séricos de folato y hierro en la madre son factores bioquímicos relevantes para la formación del bebé. Dichas aseveraciones, justifican la formulación de un producto alimenticio enriquecido con hierro y ácido fólico,  específico para mujeres gestantes y que contribuya a mejorar sus condiciones nutricionales. Objetivo. Desarrollar una bebida láctea enriquecida con hierro y ácido fólico, endulzada y con sabor a arequipe, organolépticamente aceptable. Materiales y métodos. Para su desarrollo, se cumplieron dos etapas básicas: formulación del patrón y formulación del producto. El enriquecimiento del producto inicial  se hizo con hierro y ácido fólico y luego se determinó  la aceptación organoléptica final. Resultados. La formulación de la bebida láctea Mamá vitae sabor a arequipe, tuvo 86% de aceptación, e incluyó 10 mg de hierro aminoquelado y 230 µg de pteroilmonoglutamato por porción de 200 mL de leche; aportó el 17% de las recomendaciones de hierro y el 33% del ácido fólico para una mujer en gestación. Conclusión. Las características del producto favorecen unas mejores condiciones nutricionales a la gestante y a las mujeres fértiles que quieren planificar una gestación viable. Este tipo de productos son epidemiológicamente necesarios para poblaciones vulnerables como las mujeres gestantes y lactantes.

  20. Atuação multiprofissional e a saúde mental de gestantes Multiprofessional care and mental health in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanda Mafra Falcone

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os transtornos afetivos não psicóticos em gestantes, intervir com grupos psicoprofiláticos e avaliar as possíveis alterações após intervenção. MÉTODOS: Foram atendidas 103 gestantes (71 adultas e 32 adolescentes em programa comunitário no bairro Paraisópolis, na capital do Estado de São Paulo. Utilizaram-se os instrumentos: Self Reporting Questionnaire e Beck Depression Inventory. Foram realizados 10 encontros semanais, de duas horas de duração com abordagem no vínculo mãe/feto, em temas relacionados à gestante e ao bebê e esclarecimentos de dúvidas das gestantes. Para comparação da saúde mental antes e após intervenção, usou-se o teste do qui-quadrado (chi2, aceitando-se como significante pOBJECTIVE: To identify non-psychotic affective disorders in pregnant women, to intervene by means of psychoprophylactic groups, and to evaluate possible alterations following intervention. METHODS: One-hundred and three pregnant women (71 adults and 32 adolescents were seen at a community program in the Paraisópolis neighborhood in the city of Sao Paulo, southeastern Brazil. We used the following instruments: Self Reporting Questionnaire and Beck Depression Inventory. Ten weekly two-hour meetings were held, addressing the link between mother and fetus and subjects related to mother and child, and answering mother's doubts. We used the chi-squared test (chi2 to compare mental health before and after the intervention, with a significance level of p<0.05. RESULTS: Affective disorders were found in 45 pregnant women (43.7% before the intervention and in 23 (22.3% after the intervention. The impact of the intervention on affective disorders was statistically significant (p=0.001. Twenty-one women (20.4% showed depression before the intervention, and 13 (12.6% after the intervention, a non-significant difference (p=0.133. CONCLUSIONS: Multiprofessional care can prevent, detect, and treat affective disorders during

  1. El proceso salud-enfermedad-atención bucal de la gestante: una visión de las mujeres con base en la determinación social de la salud

    OpenAIRE

    Concha Sánchez, Sonia Constanza

    2014-01-01

    Resumen Antecedentes. La atención en salud durante el embarazo y el acceso a la atención odontológica de las gestantes en Bogotá registra profundas inequidades. Las patologías orales y las complicaciones que representan para el binomio madre-niño incentivan la necesidad de identificar el proceso salud-enfermedad-atención bucal de las gestantes sustentadas en los postulados de la determinación social de Breilh y los planteamientos de Menéndez. Objetivos. Caracterizar el proceso salud-enfermeda...

  2. HIV Prevention

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    2012-02-01

    Dr. Kevin Fenton, Director of CDC’s National Center for HIV/AIDS, Viral Hepatitis, STD, and TB Prevention, talks about steps people can take to protect their health from HIV.  Created: 2/1/2012 by National Center for HIV/AIDS, Viral Hepatitis, STD, and TB Prevention (NCHHSTP).   Date Released: 2/1/2012.

  3. Entre grafos y bits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Boserman

    2014-02-01

    Full Text Available Este texto se propone ahondar en las intersecciones de lo analógico y lo digital, en el encuentro de la baja y la alta tecnología. Tomando consciencia de la materialidad de ambas esferas para pensar desde ahí en objetos, prácticas de dibujo y documentación que puedan aportar otras formulaciones aplicables a métodos de investigación. Entre grafos y bits, diseccionaremos un objeto, el #relatograma, analizaremos su ecología y propondremos una reflexión acerca de su condición digital que genera paisajes por agregación #coreograma, explorando así su capacidad de ser reporte y aporte cognitivo. Between graphs and bits  Abstract This paper delves into the intersections of analogue and digital cultures, at the points at which low and high technology converge. While acknowledging the materiality of these two spheres, I aim to produce an enquiry into objects, drawings and documentation practices that can contribute to developing new research methods. Among graphs and bits, I will dissect one object: the #relatograma, in order to analyze its ecology and propose a critical reflection on its digital condition and its ability to produce aggregated landscapes, or what I define as #coreograma. I will thereby explore its ability to be share information and produce knowledge. Keywords: Material culture; research methods; digital objects; drawing; #relatograma.

  4. Prácticas de cuidado que hacen las gestantes adolescentes consigo mismas y con el hijo por nacer. Self-care practices among pregnant teenagers and to their unborn baby

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lina María Granados Oliveros, Enf

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: Se desarrolló un estudio descriptivo con abordaje cuantitativo con el objetivo de valorar y describir las prácticas de cuidado que realizan consigo mismas y con el hijo por nacer de 150 gestantes adolescentes que asisten al Hospital Local del Norte de la ciudad de Bucaramanga, durante el primer trimestre del 2008. Metodología: Se empleó el instrumento “Prácticas de cuidado que realizan consigo mismas y con el hijo por nacer las mujeres en etapa prenatal”, desarrollado por el grupo de cuidado materno perinatal de la Universidad Nacional de Colombia. Resultados: El promedio de edad de las participantes fue de 17.2 años; predomina la unión libre (68.0%, el 59.3% tienen secundaria incompleta, 70.7% se dedican a ser amas de casa y 64.7% dependen económicamente del esposo. En cuanto a las dimensiones evaluadas con el instrumento, la estimulación prenatal tiene regular práctica de cuidado: estimulación auditiva (52.6% y táctil (72.3%. En ejercicio y descanso la práctica es regular (52.0% no dedica tiempo para realizar ejercicio físico a la semana. En higiene y cuidados personales tienen buena práctica (48.6% siempre se cepilla los dientes después de cada comida, al igual que en la alimentación (51.3%, mientras que el 40.0% consumen siempre los requerimientos de calcio al día. En sistemas de apoyo hay buenas prácticas de cuidado, dado que el 62.0% buscan apoyo económico de la familia. Finalmente, en la dimensión sustancias no beneficiosas hay buenas prácticas de cuidado (65.3% las evitan. En general, entre la población estudiada las prácticas de cuidado de las gestantes adolescentes son regulares en el 67.3% de estas. Conclusión: Estos datos permiten iniciar la planeación de estrategias adecuadas de educación y capaciación sobre la forma adecuada de cuidarse ellas mismas y el hijo por nacer en este grupo poblacional, para de esta manera reducir la morbilidad y mortalidad en las adolescentes gestantes

  5. Uso de misoprostol retal para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura: ensaio clínico fase II Use of rectal misoprostol for induction of labor in patients with premature rupture of membranes: a phase II clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Carlos Nogueira Arcanjo

    2003-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar se o misoprostol por via retal constitui método efetivo para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura a termo. MÉTODOS: realizou-se estudo piloto, incluindo 32 gestantes com amniorrexe prematura entre 36 e 41 semanas, feto vivo e único, em apresentação cefálica, escore de Bishop 18 horas receberam antibiótico (penicilina cristalina para profilaxia de infecção estreptocócica. Analisaram-se desfechos diversos como intervalo entre indução e início do trabalho de parto, entre indução e parto, incidência de taquissistolia, tipo de parto, incidência de corioamnionite e resultados neonatais. A análise estatística foi realizada no programa de domínio público Epi-Info 2002, calculando-se médias com os respectivos desvios-padrão, além de distribuições de freqüência. Realizou-se análise de sobrevivência para determinação do percentual de partos em função do tempo transcorrido (em horas desde a administração do primeiro comprimido. RESULTADOS: os intervalos (média ± desvio padrão entre indução e início das contrações e entre indução e parto foram de, respectivamente, 299,8±199,9 e 681±340,5 minutos. Observou-se freqüência de 9,4% de taquissistolia. Cerca de 72% das pacientes evoluíram para parto vaginal. Diagnosticou-se corioamnionite em 12,5% dos casos. As medianas dos escores de Apgar foram de 8 e 9 no primeiro e quinto minuto, respectivamente. Não houve nenhum caso de Apgar PURPOSE: to investigate whether rectally administered misoprostol is an effective method for induction of labor in patients with premature ruptured membranes at term. METHODS: a pilot trial was conducted, enrolling 32 women with alive, singleton, cephalic fetus and ruptured membranes between 36 and 41 weeks of pregnancy, with Bishop score 18 h received antibiotics (crystalline penicillin for prophylaxis of streptococcal infeccion. Outcomes included time from induction to labor and induction to

  6. Estudio de intervención en gestantes sobre el conocimiento de las infecciones de transmisión sexual. Joyabaj Guatemala agosto 2010–enero 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara Teresa Calderón-Badía

    2013-01-01

    Full Text Available Se realizó una intervención educativa con el objetivo de aumentar los conocimientos que en relación a las infecciones de transmisión sexual (ITS posee un grupo de gestantes en el distrito de salud de Joyabaj, departamento de Quiché durante los meses de agosto de 2010 a enero de 2011. En las pacientes estudiadas predominó la vulvovaginitis por Candida (69.2%, Trichomoniasis (23% y con dilomas (19.1%. Antes de la intervención educativa el 73% de las gestantes no identificó adecuadamente las ITS, el 76.9% no conocía las principales formas de prevención, el 80.7% desconocía el uso adecuado del preservativo como medio de protección, el 50% se informó sobre el tema por medio de amigos. Posterior a la realización de la capacitación se lograron altos niveles de conocimientos sobre los temas evaluados y el 100% de las participantes consideró de gran utilidad el programa para su aprendizaje.

  7. Triagem pré-natal para toxoplasmose e fatores associados à soropositividade de gestantes em Goiânia, Goiás Prenatal screening for toxoplasmosis and factors associated with seropositivity of pregnant women in Goiânia, Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lucia Sartori

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: estimar a prevalência e identificar fatores associados à soropositividade pelo Toxoplasma gondii em gestantes. MÉTODOS: estudo de corte transversal retrospectivo, a partir dos registros de mulheres triadas para toxoplasmose pelo Programa de Proteção à Gestante, em 2008, residentes em Goiânia (GO. Esses registros foram vinculados aos do banco de dados do Sistema Nacional de Informações sobre Nascidos Vivos do Estado de Goiás. O processo de vinculação ocorreu em três etapas, sendo pareados 10.316 registros para análise dentre os 12.846 registros iniciais. Nesse processo foram consideradas as variáveis: nome da mulher, idade, data de nascimento, data provável do parto, data de nascimento do recém-nascido e dados referentes ao domicílio. Os anticorpos anti-Toxoplasma gondii foram detectados em amostras de sangue seco coletadas em papel filtro por meio dos testes Q-Preven Toxo para IgG e IgM. O teste do χ2 e χ2 para tendência foram utilizados para análise dos dados, e o odds ratio (OR para estimar a chance de associação entre variáveis de exposição e desfecho. RESULTADOS: a prevalência da infecção foi de 67,7%, e 0,7% apresentou anticorpos anti-Toxoplasma gondii IgM e IgG reagentes. Dessas, apenas três não se submeteram ao teste confirmatório em sangue venoso. A mediana do intervalo entre o screening e a nova coleta de sangue venoso foi de 12,5, e entre o screening e o teste confirmatório e de avidez, 20 dias. As variáveis associadas à exposição foram: faixa etária de 20-30 anos, OR=1,6, e >31 anos, OR=1,8; cor da pele parda, OR=1,4, e preta, OR=1,6; e escolaridade de 8-11 anos, OR=0,7, e >12 anos de estudo, OR=0,6. CONCLUSÃO: estimou-se elevada prevalência da infecção entre gestantes. Os fatores associados encontrados devem ser considerados durante o acompanhamento pré-natal, juntamente com ações educativas para a prevenção da infecção e vigilância do status sorológico de gestantes

  8. Oral health conditions among pregnant women attended to at a health care center in Manaus, Amazonas, Brazil = Condições de saúde bucal de gestantes atendidas em uma unidade de saúde em Manaus, Amazonas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bressane, Larissa Borges

    2011-01-01

    Conclusões: Diante dos resultados obtidos, pôde-se constatar que as condições de saúde na população de gestantes estudadas foram desfavoráveis; entretanto, a maioria a considerou regular ou boa

  9. HIV/AIDS Coinfection

    Science.gov (United States)

    ... Coinfection Hepatitis C Coinfection HIV/AIDS Coinfection HIV/AIDS Coinfection Approximately 10% of the HIV-infected population ... Control and Prevention website to learn about HIV/AIDS and Viral Hepatitis guidelines and resources. Home About ...

  10. HIV/AIDS

    Science.gov (United States)

    HIV stands for human immunodeficiency virus. It harms your immune system by destroying the white blood cells ... It is the final stage of infection with HIV. Not everyone with HIV develops AIDS. HIV most ...

  11. HIV and Immunizations

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV Treatment Home Understanding HIV/AIDS Fact Sheets HIV ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV and Immunizations Last Reviewed: February 6, 2018 Key ...

  12. HIV Medication Adherence

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV Treatment Home Understanding HIV/AIDS Fact Sheets HIV ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV Medication Adherence Last Reviewed: January 17, 2018 Key ...

  13. HIV and AIDS

    Science.gov (United States)

    ... Staying Safe Videos for Educators Search English Español HIV and AIDS KidsHealth / For Kids / HIV and AIDS ... actually the virus that causes the disease AIDS. HIV Hurts the Immune System People who are HIV ...

  14. HIV Treatment: The Basics

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV Treatment Home Understanding HIV/AIDS Fact Sheets HIV ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV Treatment: The Basics Last Reviewed: March 22, 2018 ...

  15. HIV and Pregnancy

    Science.gov (United States)

    ... Management Education & Events Advocacy For Patients About ACOG HIV and Pregnancy Home For Patients Search FAQs HIV ... HIV and Pregnancy FAQ113, July 2017 PDF Format HIV and Pregnancy Pregnancy What is human immunodeficiency virus ( ...

  16. HIV and Cardiovascular Disease

    Science.gov (United States)

    ... Select a Language: Fact Sheet 652 HIV and Cardiovascular Disease HIV AND CARDIOVASCULAR DISEASE WHY SHOULD PEOPLE WITH HIV CARE ABOUT CVD? ... OF CVD? WHAT ABOUT CHANGING MEDICATIONS? HIV AND CARDIOVASCULAR DISEASE Cardiovascular disease (CVD) includes a group of problems ...

  17. HIV/AIDS - Multiple Languages

    Science.gov (United States)

    ... HIV - Newly diagnosed with HIV, part 5 - English MP3 Children and HIV - Newly diagnosed with HIV, part 5 - 简体中文 (Chinese, Simplified (Mandarin dialect)) MP3 Children and HIV - Newly diagnosed with HIV, part ...

  18. Basic HIV/AIDS Statistics

    Science.gov (United States)

    ... HIV Syndicated Content Website Feedback HIV/AIDS Basic Statistics Recommend on Facebook Tweet Share Compartir HIV and ... HIV. Interested in learning more about CDC's HIV statistics? Terms, Definitions, and Calculations Used in CDC HIV ...

  19. Anemia em gestantes de municípios das regiões Sul e Centro-Oeste do Brasil Anemia en mujeres enbarazadas de ciudades de regiones Sur y Centro-Oeste de Brasil Anemia in pregnant women from two cities in the South and Mid-West Regions of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    2009-12-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar a distribuição da anemia em gestantes da rede básica de saúde de dois municípios, na região Sul e Centro-Oeste do Brasil. Estudo transversal retrospectivo e descritivo desenvolvido a partir de dados de prontuários de 954 e 781 gestantes em Cuiabá-MT e Maringá-PR, respectivamente. Coletaram-se dados de caracterização sociodemográfica, de pré-natal e indicadores sociais. Foram consideradas anêmicas, as mulheres com hemoglobina inferior a 11g/dL. A desigualdade social existente entre os municípios foi evidente. Gestantes atendidas em Cuiabá-MT apresentavam características sociodemográficas significativamente mais precárias. A prevalência de anemia era significativamente maior e valores médios de hemoglobina menores em Cuiabá-MT, independentemente da idade gestacional. Encontrou-se associação dos níveis de hemoglobina com a idade, situação conjugal, número de gestações anteriores, estado nutricional e trimestre gestacional. As diferenças regionais na ocorrência da anemia gestacional são socialmente determinadas, o que deve ser considerado nas propostas de intervenção em saúde coletiva.Se analizó la distribución de anemia en mujeres embarazadas asistidas en servicios básicos de salud de dos ciudades de las regiones Sur y Centro-Oeste de Brasil. Estudio transversal retrospectivo y descriptivo. Se usó datos de registros médicos de 954 y 781 embarazadas de Cuiabá-MT y Maringá-PR, respectivamente. Se recopilaron datos sobre características sociodemográficas, atención prenatal e indicadores sociales. Hemoglobina-HbWe aimed to analyze anemia distribution in pregnant women who were attending health services in two cities in the South and Mid-West Regions in Brazil. This is a retrospective cross-sectional study developed from 954 and 781 medical records data in Cuiabá-MT and Maringá-PR. We collected data of social and demographic features as well as pre-natal care. Women who presented

  20. Screening for group B Streptococcus in pregnant women: a systematic review and meta-analysis Rastreo de Streptococcus del grupo B en gestantes: revisión sistemática y metanálisis Rastreamento de Streptococcus do grupo B em gestantes: revisão sistemática e metanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Taminato

    2011-12-01

    Full Text Available Infection with Group B Streptococcus (GBS is considered an important public health problem. It is associated with: Neonatal sepsis, meningitis, pneumonia, neonatal death, septic abortion, chorioamnionitis, endometritis and other perinatal infections. The aim of this study was to determine the best screening strategy for GBS in pregnant women. For this a systematic review and meta-analysis were carried out in the Nursing Department of the Federal University of São Paulo, Cochrane Center, Brazil. Sources used were, EMBASE, LILACS, Medline, list of references, personal communication and the Cochrane library. The criterion for the selection of the studies was; studies which analyze some type of screening for GBS in pregnant women. Independent of the comparator, all analyses were in favor of a universal screening program for reducing the incidence of neonatal sepsis. The evidence obtained in this study suggests that the strategy of universal screening of pregnant women associated with the use of prophylactic antibiotics is safe and effective.La infección por Streptococcus del grupo B (GBS es considerada un importante problema de salud pública. Los estreptococos están asociados a: sepsis neonatal, meningitis, neumonía, muerte neonatal, aborto séptico, corioamnionitis, endometritis y otras infecciones perinatales. El objetico del estudio fue determinar la mejor estrategia de rastreo de GBS en gestantes. Se trata de una revisión Sistemática con Metanálisis. Fue realizada en el Departamento de Enfermería de la Universidad Federal de Sao Paulo, Centro Cochrane de Brasil. Se utilizaron las siguientes fuentes: EMBASE, LILACS, Medline, lista de referencias bibliográficas, comunicación personal y Cochrane Library. Como criterio para la selección de los estudios, se escogieron los que analizaron algún tipo de rastreo para GBS en gestantes. Independientemente del comparador, todos los análisis fueron favorables al programa de screening universal

  1. Living with HIV

    Science.gov (United States)

    ... Abroad Treatment Basic Statistics Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... Syndicated Content Website Feedback HIV/AIDS Living With HIV Language: English (US) Español (Spanish) Recommend on Facebook ...

  2. HIV Risk and Prevention

    Science.gov (United States)

    ... Prevention VIH En Español Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or city Follow HIV/AIDS CDC HIV CDC HIV/AIDS See RSS | ... Email Updates on HIV Syndicated Content Website Feedback HIV Risk and Prevention Recommend on Facebook Tweet Share ...

  3. Programa de prevención de anemia falciforme (II: Evaluación del seguimiento de gestantes con hemoglobinas anormales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MarcosRaúl Martín Ruiz

    1996-04-01

    Full Text Available Algunos aspectos del Programa Cubano de Prevención de Anemia Falciforme fueron analizados en Ciudad de La Habana durante 1992. Todas las gestantes detectadas con hemoglobinas anormales fueron citadas por telegrama para explicarles el significado del hallazgo. El 62,2 % acudió con prontitud a la citación. El 21,6 % vino más tardíamente y se requirieron otros mecanismos de comunicación. El 16,2 % no acudió. Todas las gestantes que asistieron, aceptaron recibir asesoramiento genético y se hizo el seguimiento de los casos. El 47,6 % concluyó el estudio del cónyuge en tiempo útil para optar por diagnóstico prenatal. Los resultados muestran la necesidad de reducir la edad gestacional en que se determina el riesgo de la pareja. Ello sería posible mediante el pesquisaje en la primera consulta prenatal, métodos más eficientes en comunicar con las gestantes positivas, y más agilidad en la realización de los análisis y en informar los resultados.Some aspects of the Cuban Programme for Prevention of Sickle Cell Anemia were analyze in Havana City during 1992. All pregnants detected with abnormal hemoglobins received an appointment by telegram to get an explanation about the significance of findings; 62,2 % attended promptly to the appointment; 21,6 % came later, making necessary the use of other mechanisms of communication with pregnants; and 16,2 % never attended. All pregnants who went to the appointment accepted genetic counseling and were followed up. Only 47,6 % concluded testing of partner early enough for consideration of prenatal diagnosis. The results showed the need to reduce gestational age in order to determine the risk of the couple. This is possible by screaning pregnants at the first prenatal visit, by using more efficient methods for contacting with positive women, and by doing the test and informing the results faster.

  4. O consumo de bebida alcóolica pelas gestantes: um estudo exploratório El consumo de bebida alcohólica por gestantes: un estudio exploratório The alcoholic beverage consumption by the pregnant women: an exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita Rocha Oliveira

    2007-12-01

    Full Text Available A pesquisa de natureza quantitativa de tipo exploratório teve como objetivo geral discutir os motivos/fatores que levam as gestantes a consumirem bebidas alcoólicas. O cenário foi o ambulatório de pré-natal de um hospital universitário do Estado do Rio de Janeiro. Fizeram parte do estudo 40 gestantes, tendo como instrumento de coleta de dados dois formulários com perguntas fechadas. A análise dos dados evidenciou que 10% das gestantes possuíam o hábito de consumir bebidas alcoólicas moderadamente, sendo o principal fator motivacional a presença em festas e comemorações, além de se sentirem felizes e descontraídas no momento do consumo. Quanto ao conhecimento sobre a teratogenia do álcool, constatou-se que apenas metade das gestantes que consumiram bebidas alcoólicas acreditava que esta prática poderia afetar seu filho. O estudo revelou que dados como o estilo de vida devem ser valorizados em assistência pré-natal pela enfermeira, direcionando ações educativas que visem à qualidade de vida do núcleo familiar.The research of quantitative and explorer nature had the general objective to argue the reasons/factors that take the pregnant women to consume alcoholic beverage. The scene was the Prenatal clinic of the Hospital Antonio Pedro, Niterói. Forty future mothers had been part of the study, having as instrument of collection of data two forms with closed questions. The analysis of the data evidenced that 10% of the pregnant women had the habit to consume moderately alcoholic beverage, being the main reason the presence in parties and commemorations beyond felt happy and relaxed at the moment of consumption. About the knowledge on the teratogen of the alcohol, it was evidenced that only half of the pregnant women that had consumed alcoholic beverage believed that this practical could affect its son. The study disclosed that data as the life style must be valued in Prenatal assistance being able to direct educative actions

  5. Estudo da soroprevalência do AgHBs em gestantes da 15ª Regional de Saúde e da imunoprofilaxia para os recém-nascidos das gestantes AgHBs positivo = Study into the HBsAg seroprevalence in pregnant women from the 15th Health Regional and the immunoprophylaxia on the newborns of these HBsAg-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Kaori Miyamoto

    2008-01-01

    Full Text Available Determinar a prevalência do AgHBs nas gestantes da 15ª Regional de Saúde (15ª R.S. atendidas no Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac, Universidade Estadual de Maringá, e verificar se foi solicitada a imunoprofilaxia para hepatite B aos recém-natos das gestantes AgHBs positivo, no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2002. A pesquisa do AgHBs foi realizada pela técnica imunoenzimática IMxHBsAg e Axsym HBsAg (Laboratório Abbott. As solicitações de imunobiológicos especiais para a imunoprofilaxia da hepatite B ao CRIE foram obtidas na Seção de Epidemiologia da 15ª R.S. Foram analisadas 12.274 gestantes e a prevalência do AgHBs foide 1,0%. Dentre as 125 gestantes AgHBs positivo, foram solicitadas imunoprofilaxia para 32 (25,6% recém-nascidos. Ainda que a prevalência encontrada indique ser esta uma área de baixa endemicidade, os resultados reafirmam a importância da realização do diagnóstico da hepatite B no atendimento pré-natal, para adoção da imunoprofilaxia no recém-nascido.To determine HBsAg prevalence among pregnant women from the 15th Health Regional assisted in the Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac, Universidade Estadual de Maringá, and verify whether immunoprophylaxis with vaccine and immunoglobulin was requested for the newborns of HBsAg-positive women during the period from January 1998 to December 2002. The research about HBsAg was conducted using the immunoenzymatic IMxHBsAg (Abbot Lab and Axsym HBsAg (Abbot Lab techniques. The requests to the CRIE for specialimmunobiologic agents for Hepatitis B immunoprophylaxis were obtained in the Department of Epidemiology from the 15th Health Regional. The analysis includes 12,274 pregnant women, and the HBsAg prevalence was 1.0%. Among 125 HBsAg positive pregnant women, immunoprophylaxis was requested for 32 (25.6% newborns. Although the prevalence detected demonstrates this to be a low endemic area, the

  6. Masaje perineal en gestantes

    OpenAIRE

    Muros Naranjo, Maria Carmen; Luque López, Eva; Sánchez Pascual, María José

    2015-01-01

    Cartel presentadaoen la Segunda Conferencia Internacional de Comunicación en Salud, celebrada el 23 de octubre de 2015 en la Universidad Carlos III de Madrid Introducción: el trauma perineal es una de las complicaciones más frecuentes tras un parto vaginal, que puede estar asociado a una morbilidad a corto y medio plazo; el masaje perineal aumenta la flexibilidad de los músculos perineales, lo que permite extenderse durante el proceso del parto sin que se produzcan desgarros. Objetivos...

  7. Uso do Verapamil em Gestantes Hipertensas Crônicas: análise do Fluxo das Artérias Uterinas e Umbilical Use of Verapamil in Chronic Hypertensive Pregnant Women: flow Analysis of Uterine Arteries and Umbilical Artery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcus Jose do Amaral Vasconcellos

    2000-06-01

    Full Text Available Objetivo: este trabalho, utilizando verapamil, um bloqueador dos canais lentos de cálcio, constituiu ensaio clínico randomizado, duplo-cego e placebo controlado, e objetivou procurar variação do fluxo uteroplacentário e fetoplacentário durante uso oral crônico do fármaco em gestantes com hipertensão crônica leve para moderada. Métodos: 123 pacientes divididas em dois grupos: grupo estudo (n = 61, submetidas a 240 mg/dia de verapamil, e grupo controle (n = 62, submetidas ao placebo. As pacientes randomizadas em grupos de quatro utilizaram a medicação ou placebo durante trinta dias. Um exame do fluxo das artérias uterinas e da artéria umbilical pela dopplervelocimetria foi registrado. Pelo cálculo da média e desvio padrão, foram comparados os valores dos índices de resistência (IR e pulsatilidade (IP e da relação sístole/diástole (A/B das artérias em estudo após administração dos comprimidos. Resultados: o grupo verapamil apresentou os seguintes valores médios para as artérias uterinas: IR = 0,82 (0,28, IP de 1,06 (0,12 e A/B de 2,42 (0,51. O grupo placebo mostrou: IR de 0,75 (0,35, IP de 1,00 (0,18 e A/B de 2,30 (0,38. Quando analisada a artéria umbilical, os valores foram para o grupo verapamil: IR = 0,73 (0,12, IP = 1,04 (0,13 e A/B = 2,94 (0,32. No grupo placebo, IR = 0,70 (0,14, IP = 1,03 (0,07 e A/B = 3,02 (0,78. A análise estatística das diferenças das médias por meio da razão F mostrou não haver diferença entre os dois grupos avaliados. Conclusão: este trabalho referenda o uso do verapamil entre gestantes com hipertensão crônica (leve para moderada, pois não oferece prejuízos no fluxo uteroplacentário e fetoplacentário.Purpose: this study, using verapamil, a slow calcium channel blocker, was a randomized, clinical, double blind and placebo controlled trial, whose objective was to observe if there was a uteroplacental and fetoplacental flow variation during its chronic oral use. Methods: 123

  8. Estudo-piloto: células NK nas gestantes com LES NK cells in pregnant patients with SLE: a preliminary study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Cardoso Pereira

    2009-08-01

    Full Text Available O sistema imune inato desempenha papel central na reprodução, tendo as células NK participação marcante. Durante a gravidez, seu comportamento pode esclarecer pontos cruciais na patogênese das complicações que podem ocorrer em gestantes com LES. OBJETIVO: Quantificar as células NK circulantes e sua viabilidade em gestantes com LES. MATERIAL E MÉTODOS: Avaliaram-se amostras de sangue de quatro grupos de dez pacientes cada: 1 GLES: Gestantes com LES; 2 PLES: Pacientes com LES não gestantes; 3 Gcontroles: Gestantes controles; 4 Controles: Mulheres não gestantes saudáveis. Em todas as pacientes, a quantidade e a viabilidade das células NK foram medidas por citometria de fluxo, assim como por apoptose total por coloração para anexina V e iodeto de propidium. RESULTADOS: Devido à variabilidade dos resultados, a mediana de cada grupo foi utilizada para avaliar: porcentagem CD56+ [GLES (0,10, PLES (0,12, Gcontroles (0,15, Controles (0,08]; apoptose total [GLES (0,06, PLES (0,04, Gcontroles (0,11, Controles (0,11]. Os resultados da contagem de células vivas tiveram baixa variabilidade, por isso média e desvio-padrão foram utilizados para comparação: [GLES (0,91 ± 0,06, PLES (0,95 ± 0,03, Gcontroles (0,86 ± 0,11, Controles (0,88 ± 0,08. CONCLUSÃO: Apesar de não terem alcançado valor de significância estatística, o percentual de apoptose total nos grupos com LES foi menor que o dos controles, e a porcentagem de células vivas foi maior. Isso sugere que, em pacientes com LES, grávidas ou não, as células NK têm vida útil prolongada (ou tem turnover menor/diferente, o que indica um maior estímulo imune, fazendo com que as células NK levem mais tempo para ativar o processo de apoptose.The innate immune system plays an important role in reproduction, with marked involvement of NK cells. These cells behavior during pregnancy may clarify crucial points in the pathogenesis of complications that may occur in pregnant women with

  9. Mid-upper arm circumference in pregnant women and its relation to birth weight Perímetro braquial da gestante e sua relação com o peso ao nascer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anamaría E. Ricalde

    1998-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: In order to determine the relationship between some maternal anthropometric indicators and birth weight, crown-heel length and newborn's head circumference, 92 pregnant women were followed through at the prenatal service of hospital in S. Paulo, Brazil. MATERIAL AND METHOD: The following variables were established for the mother: weight, height, mid-upper arm circumference, pre-pregnancy weight, gestational weight gain and Quetelet's index. For the newborn the following variables were recorded: birth weight, crown-heel length, head circumference and gestational age by Dubowitz's method. RESULTS: Significant associations were noted between gestational age and newborn variables. In addition, maternal mid-arm circumference (MUAC and pre-pregnancy weight were found to be positively correlated to birth weight (r=0.399; r=0.378, respectively. The multivariate linear regression shows that gestational age, mother's arm circumference and pre-pregnancy weight continue to be significant predictors of birth weight. On the other hand, only gestational age and mother's age was associated with crown-heel length. Similarly MUAC was significantly associated with crown-heel length (r= 0.306; P=0.0030. CONCLUSION: Maternal mid-upper arm circumference is a potential indicator of maternal nutritional status. It could be used in association with other anthropometric measurements, instead of pre-pregnancy weight, as an alternative indicator to assess women at risk of poor pregnancy outcome.OBJETIVO: Para determinar a relação entre os indicadores antropométricos maternos e o peso, a estatura e o perímetro cefálico do recém-nascido, foi realizado um estudo de seguimento de noventa e duas gestantes, inscritas no serviço de pré-natal de um hospital de São Paulo, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudadas as seguintes variáveis na mãe: peso, estatura, perímetro braquial, peso pré-gestacional, ganho de peso, idade e Índice de Quetelet. Nos rec

  10. Uso da lógica fuzzy na caracterização do ambiente produtivo para matrizes gestantes The use of fuzzy logic for the productive environment characterization for pregnant sows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héliton Pandorfi

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa consistiu na avaliação do ambiente de alojamento, estimando as condições favoráveis ao melhor desempenho de matrizes gestantes. O experimento foi realizado no período compreendido entre 4-1 e 11-3-2005, em propriedade de produção industrial de suínos, localizada no município de Elias Fausto - SP. A pesquisa foi desenvolvida no setor de gestação, com 24 matrizes primíparas, 12 fêmeas alojadas em baias individuais (T1 e 12 em baias coletivas (T2. O trabalho foi dividido em duas etapas, em função da forma de avaliação dos dados: análise bioclimática e da qualidade do ar, e estimativa dos padrões de conforto térmico ambiental. As variáveis bioclimáticas T (ºC, UR (%, Tgn (ºC e fisiológicas, taxa respiratória (mov min-1 e temperatura retal (ºC apontam o sistema de confinamento em baias coletivas como o que possibilitou melhor condicionamento térmico natural às matrizes em gestação. O uso da teoria dos conjuntos fuzzy permitiu que se fizesse inferência entre os dados resultantes do trabalho experimental com os estabelecidos pela literatura, por intermédio de base de regras, para a determinação do conforto ambiental aplicado a matrizes na fase de gestação.The objective of this research was to estimate the environment of housing systems for pregnant sows, as well as variables that have effect on production system. The trial was conducted out from January 4th to March 11th 2005 in a specialized farm in industrial production of pork, located in Elias Fausto City, São Paulo State. In gestation facility 24 gilts were allocated: 12 in individual stalls (T1 and 12 in group housing (T2. Basically, this study was divided in two steps in function of the way chosen for data analysis: bioclimatic and air quality analysis; and prediction for environmental thermal comfort patterns. The environmental variables (T, ºC; UR, %; Tgn, ºC and physiological (respiratory rate, mov min-1; rectal temperature

  11. Conversas, em família, sobre sexualidade e gravidez na adolescência: percepção das jovens gestantes Family talking about sexuality and pregnancy during adolescence: perceptions of pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Garcia Dias

    2000-01-01

    Full Text Available Apresenta-se uma análise fenomenológica da ambigüidade na tomada de decisão em comportamento sexual de meninas adolescentes que vieram a engravidar. A análise foi contextualizada nas relações informativas e comunicativas entre filhas e pais sobre temas de sexualidade e cuidados contraceptivos. As considerações analíticas foram baseadas em entrevistas com onze adolescentes gestantes e uma jovem mãe, todos de nível sócio-econômico médio baixo, com idade entre 12 e 19 anos. A informação sobre prevenção foi percebida, pelas jovens, como parcial e incompleta e a comunicação mostrou-se prejudicada por falta de confiança no interlocutor preferencial (no caso, a mãe. A rede de apoio, constituída por tias e amigas, mostrou-se falha em apresentar esclarecimentos ou reduzir incertezas. Além de despreparados, os interlocutores apresentaram dificuldades associadas à falta de informação e a não aceitação da sexualidade adolescente. A interpretação destacou três aspectos relacionados com a gravidez na adolescência: 1 reafirmou a liberdade e iniciativa da mulher em relação à sua sexualidade; 2 confirmou a ausência da discussão franca e informada sobre sexualidade; e, 3 mostrou a substituição do mito do amor romântico pela expectativa clara do sexo prazeroso.This study presents a phenomenological analysis of the decision making ambiguity on sexual behavior by adolescent girls who become pregnant. The analysis was grounded in the informative and communicative relationships between daughters and their parents regarding sexuality and contraception care. The analytical considerations were based on 11 interviews with low middle class pregnant adolescents and one young mother, 12 to 19 years old. The analysis showed that the information the adolescents received about sexuality was incomplete, and that the communication process was hindered by lack of trust in those who tried to establish a dialogue with the girls, usually the

  12. Infecção pelo vírus da hepatite C em gestantes em Mato Grosso do Sul, 2005-2007 Infección por el virus de la hepatitis C en gestantes en Mato Grosso do Sul, Centro-Oeste de Brasil, 2005-2007 Hepatitis C virus infection among pregnant women in Central-Western Brazil, 2005-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Souza Pinto

    2011-10-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo estimar a prevalência da infecção e genótipo do vírus da hepatite C (HCV, bem como determinar a subnotificação de casos. O total de 115.386 gestantes atendidas pelo Programa Estadual de Proteção à Gestante de Mato Grosso do Sul foi submetido à coleta de sangue para a detecção de anti-HCV, de 2005 a 2007. A prevalência da infecção pelo HCV foi de 1,07 casos/1.000. As amostras positivas foram submetidas à detecção do HCV-RNA e genotipadas. O genótipo 1 foi encontrado em 73% das amostras, 24,3% pertenciam ao genótipo 3 e 2,7% ao genótipo 2. A subnotificação de casos de hepatite C foi de 35,5%.El estudio tuvo por objetivo estimar la prevalencia de la infección y genotipo del virus de la hepatitis C (HCV, así como determinar la subnotificación de casos. El total de 115.386 gestantes atendidas por el Programa Estatal de Protección a la Gestante de Mato Grosso do Sul (Centro-Oeste de Brasil fueron sometidas a la colecta de sangre para la detección de anti-HCV, de 2005 a 2007. La prevalencia de la infección por el HCV fue de 1,07 casos/1000. Las muestras positivas fueron sometidas a la detección del HCV-RNA y genotipadas. El genotipo 1 fue encontrado en 73% de las muestras, 24,3% pertenecían al genotipo 3 y 2,7% al genotipo 2. La subnotificación de casos de hepatitis C fue de 35,5%.The study was aimed at estimating the prevalence of infection with and the genotype of hepatitis C virus (HCV, and to determine the extent of underreporting of HCV cases. A total of 115,386 pregnant women seen by the Program for Protection of Pregnancy [Programa Estadual de Proteção à Gestante] of the state of Mato Grosso do Sul, Central-Western Brazil, were tested for anti-HCV antibodies between 2005 and 2007. Prevalence of HCV infection was 1.07 cases per thousand. Positive samples were tested for HCV RNA and genotyped. Genotype 1 was detected in 73% of samples, genotype 3 in 24.3%, and genotype 2 in 2

  13. Produção de interleucina-10 na gestação reduz a taxa de replicação do HIV-1 em culturas de linfócitos maternos Interleukin-10 production during pregnancy reduces HIV-1 replicaction in cultures of maternal lymphocytes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Monção Paolino

    2005-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a proliferação de células T e a produção de citocinas em gestantes infectadas pelo HIV-1 e seu impacto na replicação viral in vitro. MÉTODOS: sangue periférico de 12 gestantes infectadas pelo HIV-1 e de seus neonatos, bem como de 10 gestantes HIV-1 negativas, foi colhido e a quantidade de linfócitos TCD4+ e TCD8+ periféricos foi avaliada por citometria de fluxo. Para obter plasma ou células mononucleares periféricas (PBMC, as amostras foram centrifugadas na ausência ou presença de um gradiente de Ficoll-Hypaque, respectivamente. As PBMC foram mantidas em cultura por sete dias na presença de fito-hemaglutinina mais IL-2 recombinante e a resposta linfoproliferativa de células T foi analisada pelo método de exclusão em azul de Trypan. Em alguns experimentos, as culturas foram mantidas na presença adicional de anticorpo anti-IL-10. Os plasmas e sobrenadantes das culturas de PBMC ativadas foram submetidos à análise da produção de citocinas, pelo método ELISA indireto, e a carga viral, detectada pelo RT-PCR. RESULTADOS: independente da carga viral plasmática, a resposta linfoproliferativa em culturas de células obtidas de gestantes infectadas pelo HIV foi inferior às amostras normais [4,2±0,37 vs 2,4±0,56 (x 10(6 células/mL; pPURPOSE: to evaluate T cell proliferation and cytokine production in HIV-1-infected pregnant women and their impact on in vitro virus replication. METHODS: peripheral blood from 12 HIV-1-infected pregnant women and from their neonates was collected. As control, 10 samples from non-infected pregnants were also colleted. The CD4+ and CD8+ T cell counts were assayed by flow cytometry. Peripheral blood mononuclear cells (PBMC and plasma were obtained by centrifugation with and without Ficoll-Hypaque gradient, respectively. The freshly purified PBMC were kept in cultures for seven days with PHA plus r-IL-2, and the lymphoproliferative response was assayed by Trypan blue dye exclusion

  14. Valores séricos de imunoglobulinas e dos componentes do complemento em gestantes com ruptura prematura de membranas Immunoglobulin serum values and complement components in pregnant women with premature rupture of the membranes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valquíria Roveran

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: a ruptura prematura de membranas (RPM tem sido motivo para muitas indagações, dentre as quais os mecanismos imunes envolvidos. Diante da escassez de estudos relacionados ao tema, este trabalho teve como objetivo avaliar os valores séricos de imunoglobulina A (IgA, imnoglobulina G (IgG, imunoglobulina M (IgM, C3 e C4 em gestantes com RPM. MÉTODOS: neste estudo transversal, foram incluídas 36 mulheres grávidas, com idade gestacional entre 23 e 37 semanas. Deste total, 15 mulheres tiveram diagnóstico laboratorial e clínico de RPM. Foram excluídas as pacientes com início do trabalho de parto, sinais clínicos de infecção ou disfunções clínicas com repercussão sistêmica. Concentrações séricas de IgA, IgM e IgG, C3 e C4 foram avaliadas nas pacientes com (grupo de estudo e sem RPM (grupo controle. A correlação entre as dosagens, o número de partos e o tempo de ruptura foi determinada pelo coeficiente de correlação de Spearman (valor de r. RESULTADOS: os níveis séricos de IgA (média±DP foram significativamente mais altos nas pacientes do grupo controle do que nas pacientes do grupo de estudo (271,0±107,0 versus 202,9±66,1, respectivamente; p=0,024. Não houve diferença estatística quando os níveis de IgM, IgG, C3 e C4 foram comparados entre os grupos. Não foi notada associação significativa entre o número de partos e as dosagens de IgA, IgM, IgG, C3 e C4 (r entre -0,009 e 0,027; p>0,05. O tempo de ruptura médio das pacientes do grupo de estudo foi de 19,1 horas (uma a 72 horas, sem nenhuma associação com as dosagens séricas avaliadas. CONCLUSÕES: mulheres grávidas com RPM apresentam níveis de IgA significativamente mais baixos do que as pacientes grávidas normais. A variável "número de partos" não atua como um fator de confusão na análise comparativa das dosagens obtidas em pacientes com ou sem RPM, assim como também não houve associação entre o tempo de ruptura e as dosagens séricas de

  15. Get Tested for HIV

    Science.gov (United States)

    ... AIDS: What is HIV/AIDS? Women and HIV/AIDS Next section ... Tested? Why do I need to get tested for HIV? The only way to know if you have HIV is to get tested. Many people with HIV don’t have any symptoms. In the United States, about 1 in 7 ...

  16. Prevalência de toxoplasmose aguda em gestantes, incidência de toxoplasmose congênita e desempenho de testes diagnósticos em toxoplasmose congênita

    OpenAIRE

    Ivana Rosângela dos Santos Varella

    2007-01-01

    Introdução: A infecção aguda pelo Toxoplasma gondii em gestantes pode determinar infecção fetal através de passagem transplacentária. As crianças afetadas podem desenvolver coriorretinite e déficit neurológico, na ausência de tratamento adequado. Objetivos: Estimar a prevalência de toxoplasmose aguda em gestantes atendidas na maternidade do Hospital Nossa Senhora da Conceição, avaliando possíveis diferenças nas freqüências ao longo do período estudado; medir a incidência de toxoplasmose congê...

  17. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... of HIV in the United States, please visit: https://www.aids.gov/hiv-aids-basics/hiv-aids- ... HIV, STD, and TB Prevention. About HIV/AIDS. ( https://www.cdc.gov/actagainstaids/basics/whatishiv.html ). Atlanta, ...

  18. Automedicación en gestantes que acuden al Instituto Nacional Materno Perinatal, Perú 2011 Self-medication behavior among pregnant women user of the Instituto Nacional Materno Perinatal, Peru 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elsy Miní

    2012-06-01

    Full Text Available Con el objetivo de determinar la prevalencia de automedicación en gestantes y sus características, se realizó un estudio descriptivo transversal. Se entrevistó a 400 gestantes que acudían a control prenatal en el Instituto Nacional Materno Perinatal de Lima. El 10,5% (42 pacientes se automedicó durante la gestación, el 64,6% opinó que la automedicación puede producir malformaciones congénitas a sus bebes. Los medicamentos consumidos por las gestantes estuvieron en categoría A y B de la clasificación de la Administración de Alimentos y Drogas de EUA (FDA; principalmente, consumieron paracetamol (47,6% y amoxicilina (16,7%. Todas las mujeres que se automedicaron durante la gestación lo habían hecho antes de estar embarazadas. De acuerdo con estos resultados concluimos que la prevalencia de automedicación en gestantes del estudio es baja, comparado con la literatura internacional.We aim to determine the prevalence of self prescribing behaviour during pregnancy and its characteristics. For this purpose, we designed a cross sectional study and interviewed 400 pregnant women who had their prenatal care at Instituto Nacional Materno Perinatal, Lima. We found that 10.5% of the patients (42 patients had a self prescribing behavior during pregnancy, 64.5% think that self prescribing behavior can produce congenital malformations. The medications used were classified as type A and B according to the Food and Drug Administration (FDA. Paracetamol was used more frequently (47.6% followed by amoxicillin (16.7%. All the women who self-prescribed have had this behavior before pregnancy. According to these results, we conclude there is a low prevalence of self-prescribing behavior during pregnancy compared to the international literature.

  19. Representações sociais e decisões das gestantes sobre a parturição: protagonismo das mulheres Pregnant women's social representations and decisions about delivery: women's protagonism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel da Rocha Pereira

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo central deste estudo foi compreender, a partir das representações sociais femininas, o protagonismo da mulher na decisão sobre a parturição. Por meio de pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica, foram entrevistadas 45 gestantes, no último trimestre da gravidez, que realizavam pré-natal nos sistemas público e privado de saúde de Joinville, Santa Catarina. A análise de conteúdo dos relatos possibilitou emergirem três categorias empíricas: medos e preocupações; vivências e influência sociocultural. Com esse substrato teórico-metodológico, analisou-se a representação social da mulher no processo da parturição, que é simbolizado por conflitos de sentimentos, dúvidas e apreensões originadas principalmente pelo medo do sofrimento imposto pela dor. Tal concepção é apoiada pelo modelo biomédico e pela mídia. A parturição no Brasil, como que "terceirizada", é culturalmente entendida como uma etapa complexa que requer conhecimentos especializados, que legitima o saber técnico-científico em detrimento do fisiológico, reforçando assim a assimetria do poder de decisão entre médico e gestante. Além disso, o desconhecimento das mulheres grávidas sobre o significado, o impacto e os benefícios da etapa da parturição para o recém-nascido deixa-as inseguras e sem o devido senso crítico sobre o conteúdo de outras fontes de informações, como telenovelas, histórias de outras mulheres construídas pelo meio social e a própria experiência em partos anteriores. Isso gera um comportamento de dúvidas e apreensões. Fragilizada, submete-se a uma cesárea programada para evitar a dor física e emocional provocada pelos medos. A reversão desse quadro perpassa por uma revisão na formação do médico e pelas ações de empoderamento da mulher.The main objective of this study was to understand, based on female social representations, women's protagonism concerning the decision about child delivery

  20. HIV Prevention Messages Targeting Young Latino Immigrant MSM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Solorio

    2014-01-01

    Full Text Available Young Latino immigrant men who have sex with men (MSM are at risk for HIV and for delayed diagnosis. A need exists to raise awareness about HIV prevention in this population, including the benefits of timely HIV testing. This project was developed through collaboration between University of WA researchers and Entre Hermanos, a community-based organization serving Latinos. Building from a community-based participatory research approach, the researchers developed a campaign that was executed by Activate Brands, based in Denver, Colorado. The authors (a describe the development of HIV prevention messages through the integration of previously collected formative data; (b describe the process of translating these messages into PSAs, including the application of a marketing strategy; (c describe testing the PSAs within the Latino MSM community; and (c determine a set of important factors to consider when developing HIV prevention messages for young Latino MSM who do not identify as gay.

  1. Impacto de la aplicación de los criterios de la asociación americana de tiroides en el diagnóstico de hipotiroidismo en gestantes de Vigo, España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Pombar-Pérez

    Full Text Available Con el objetivo de determinar el impacto de la aplicación de los criterios de la Asociación Americana de Tiroides (ATA en el diagnóstico de hipotiroidismo en gestantes del área sanitaria de Vigo en España, se analizó la concentración sérica de tirotropina (TSH, tiroxina libre (T4L y anticuerpos antitiroideos, comparando la frecuencia de gestantes diagnosticadas de hipotiroidismo aplicando los criterios utilizados en el laboratorio de hormonas del Hospital Xeral y los criterios de referencia propuestos por la ATA. La asunción de dichos criterios implicaría un aumento de un 29,6% de pacientes diagnosticadas de hipotiroidismo. La aplicación de los criterios ATA tuvo una repercusión en la medición de la concentración de TSH en gestantes lo que sugiere una evaluación de los valores de referencia de TSH en función de la población y los métodos de diagnóstico locales

  2. Impacto de la aplicación de los criterios de la asociación americana de tiroides en el diagnóstico de hipotiroidismo en gestantes de Vigo, España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Pombar-Pérez

    2013-07-01

    Full Text Available Con el objetivo de determinar el impacto de la aplicación de los criterios de la Asociación Americana de Tiroides (ATA en el diagnóstico de hipotiroidismo en gestantes del área sanitaria de Vigo en España, se analizó la concentración sérica de tirotropina (TSH, tiroxina libre (T4L y anticuerpos antitiroideos, comparando la frecuencia de gestantes diagnosticadas de hipotiroidismo aplicando los criterios utilizados en el laboratorio de hormonas del Hospital Xeral y los criterios de referencia propuestos por la ATA. La asunción de dichos criterios implicaría un aumento de un 29,6% de pacientes diagnosticadas de hipotiroidismo. La aplicación de los criterios ATA tuvo una repercusión en la medición de la concentración de TSH en gestantes lo que sugiere una evaluación de los valores de referencia de TSH en función de la población y los métodos de diagnóstico locales

  3. Asymptomatic HIV infection

    Science.gov (United States)

    ... of HIV/AIDS during which there are no symptoms of HIV infection. During this phase, the immune system in someone with HIV slowly weakens, but the person has no symptoms. How long this phase lasts depends on how ...

  4. HIV and Pulmonary Hypertension

    Science.gov (United States)

    ... What do I need to know about pulmonary hypertension in connection with HIV? Although pulmonary hypertension and ... Should an HIV patient be tested for pulmonary hypertension? HIV patients know that medical supervision is critical ...

  5. Prescrições de medicamentos para gestantes: um estudo farmacoepidemiológico Drug prescription for pregnant women: a pharmacoepidemiological study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Adriana do Carmo

    2004-08-01

    Full Text Available A utilização de medicamentos por gestantes deve ser considerada um problema de saúde pública, pois existem inúmeras lacunas sobre suas conseqüências ao feto e à gestante. Os estudos farmacoepidemiológicos podem contribuir para minimizar os riscos inerentes à terapia medicamentosa, traçando um perfil do consumo de medicamentos na gestação, propiciando uma avaliação do serviço e apontando medidas de intervenção. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil de prescrição de medicamentos em gestantes usuárias do SUS de Piracicaba, São Paulo, Brasil, utilizando-se os indicadores de prescrição recomendados pela Organização Mundial da Saúde e a classificação de medicamentos segundo risco ao feto do Food and Drug Administration. Encontrou-se que, na consulta de pré-natal, 44,7% das mulheres receberam prescrição medicamentosa, sendo o grupo de medicamento mais prescrito aquele que atua sobre o sistema hematopoiético (34,9%. Do total, 26,0% dos medicamentos foram incluídos na categoria C de risco ao feto; 1,5% na categoria D e 1,5% na categoria E. Estes dados sugerem uma medicalização da gestação e a necessidade de medidas de intervenção para uma utilização racional dos medicamentos no pré-natal.Prescription drug use by pregnant women should be viewed as a public health issue, since there are numerous gaps in knowledge on the consequences for both the mother and the fetus. Pharmacoepidemiological studies can help minimize the inherent risks in drug treatment by establishing a profile of drug consumption during pregnancy, providing an evaluation of this service, and identifying intervention measures. The purpose of this study was to establish a prescription profile for pregnant women treated under the National Health System (SUS in Piracicaba, São Paulo State, Brazil, using prescription indicators recommended by the World Health Organization and the U.S. Food and Drug Administration classification of medicines

  6. El periodista, entre el Poder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JL Dader

    2014-10-01

    Full Text Available El periodismo se debate, desde sus orígenes, entre la reproducción servil de versiones interesadas o la distorsión de propio cuño, por conocimiento insuficiente de una realidad que sólo puede entrever. Los poderes que amenazan la independencia periodística no han hecho más que crecer o aumentar su habilidad con el paso del tiempo. Surgido como ‘oficio de esclavos’ en la época romana, muchos indicadores actuales parecen retornarle al punto de partida: relaciones públicas estratégicas a gran escala, auge de los ‘spin doctors’, extorsión descarnada en las democracias más débiles y populismo de las redes sociales, entre otros. Todo ello, unido o alentado por la degradación interna y el desaliento de la propia institución periodística incapaz de distanciarse de todas esas fuerzas. Su respuesta no puede ser de alianza o competencia con los poderes que la circundan, sino de hábil distanciamiento para moverse entre todos ellos sin dejar de ejercer la vigilancia que los ciudadanos siguen necesitando de su ejercicio profesional.

  7. Conocimientos, actitudes y prácticas clave en gestantes con hijos menores de 5 años de la ciudad de Cúcuta, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Doris Amparo Parada Rico

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar los conocimientos, actitudes y prácticas frente al cuidado en la gestación y postparto en gestantes con hijos menores de 5 años, en Cúcuta, durante el año 2012. Metodología: Estudio cuantitativo descriptivo de corte transversal. La encuesta utilizada fue adoptada del cuestionario Prácticas Clave diseñado por la Organización Panamericana de la Salud en la estrategia Atención Integrada a las Enfermedades Prevalentes de la Infancia (AIEPI y modificada para la región norte santandereana por el Instituto Departamental de Salud. El instrumento fue validado a través de las pruebas estadísticas Alpha de Cronbach, correlación par-impar y corrección de R con ecuación de Spearman-Brown, permitiendo una evaluación más universal e identificando su validez y confiabilidad. La muestra del estudio fue de 301 participantes, quienes asistían al programa de control prenatal de tres unidades básicas del municipio. Resultados: Respecto a las características sociodemográficas, la mayoría de usuarias iniciaron su vida sexual activa en edad temprana, eran madres solteras, con escasos recursos económicos, bajo nivel educativo y convivían aún con su familia nuclear en condiciones de hacinamiento. En las categorías conocimientos, actitudes y prácticas se encontró que las gestantes, en su mayoría, poseían conocimientos adecuados frente a su cuidado en estas etapas. Sin embargo, eran discordantes con las actitudes que asumían y las prácticas aplicadas, puesto que se veían influenciadas por la cultura, las costumbres y las creencias de familiares y amigos, lo cual puede ser lesivo y tener consecuencias físicas, emocionales y económicas graves para ella, su hijo por nacer o recién nacido y su familia.

  8. Correlação entre peso fetal estimado por ultrassonografia e peso neonatal Correlation between estimated fetal weight by ultrasound and neonatal weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djacyr Magna Cabral Freire

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a correlação entre o peso fetal estimado (PFE por ultrassonografia e o peso neonatal (PN, bem como a capacidade do PFE predizer as alterações do PN entre gestantes de João Pessoa (PB. MÉTODOS: estudo de validação diagnóstica incluindo 122 gestantes que tiveram o PFE calculado por ultrassonografia até sete dias antes do parto e o PN determinado imediatamente após o nascimento, com balança específica para recém-nascidos. A correlação entre o PFE e o PN foi avaliada pelo coeficiente de correlação de Pearson entre as duas medidas e pela média das diferenças entre elas. O PFE e o PN foram classificados em: pequeno para idade gestacional (PIG, adequado para a idade gestacional (AIG e grande para a idade gestacional (GIG, de acordo com os percentis 10 e 90 das respectivas curvas de referência. O diagnóstico de desvios do PFE foi validado utilizando a curva de valores de referência de peso neonatal de Alexander como padrão-ouro, estimando-se a sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo. RESULTADOS: houve uma elevada correlação linear entre o PFE e o PN (R=0,96 e a diferença entre eles variou entre -474 g e +480 g, com média de +3 g. A maioria das máximas variações percentuais da estimativa de peso esteve entre 10 e 15%. O PFE teve sensibilidade de 85,7% e especificidade de 100% para detecção de PIG, e de 100 e 77,2%, respectivamente, para GIG. CONCLUSÕES: o PFE é capaz de predizer adequadamente o PN, e a curva de PFE de referência testada teve bom desempenho no rastreamento dos desvios do crescimento fetal, quando utilizada nessa população.PURPOSE: to evaluate the correlation between the estimated fetal weight (EFW by ultrasonography and the neonatal weight (NW, as well as the EFW's capacity to predict changes in NW among pregnant women in João Pessoa, Paraíba, Brazil. METHODS: a diagnostic validation study, including 122 pregnant women who have had the EFW calculated

  9. Effets Josephson generalises entre antiferroaimants et entre supraconducteurs antiferromagnetiques

    Science.gov (United States)

    Chasse, Dominique

    L'effet Josephson est generalement presente comme le resultat de l'effet tunnel coherent de paires de Cooper a travers une jonction tunnel entre deux supraconducteurs, mais il est possible de l'expliquer dans un contexte plus general. Par exemple, Esposito & al. ont recemment demontre que l'effet Josephson DC peut etre decrit a l'aide du boson pseudo-Goldstone de deux systemes couples brisant chacun la symetrie abelienne U(1). Puisque cette description se generalise de facon naturelle a des brisures de symetries continues non-abeliennes, l'equivalent de l'effet Josephson devrait donc exister pour des types d'ordre a longue portee differents de la supraconductivite. Le cas de deux ferroaimants itinerants (brisure de symetrie 0(3)) couples a travers une jonction tunnel a deja ete traite dans la litterature Afin de mettre en evidence la generalite du phenomene et dans le but de faire des predictions a partir d'un modele realiste, nous etudions le cas d'une jonction tunnel entre deux antiferroaimants itinerants. En adoptant une approche Similaire a celle d'Ambegaokar & Baratoff pour une jonction Josephson, nous trouvons un courant d'aimantation alternee a travers la jonction qui est proportionnel a sG x sD ou fG et sD sont les vecteurs de Neel de part et d'autre de la jonction. La fonction sinus caracteristique du courant Josephson standard est donc remplacee.ici par un produit vectoriel. Nous montrons que, d'un point de vue microscopique, ce phenomene resulte de l'effet tunnel coherent de paires particule-trou de spin 1 et de vecteur d'onde net egal au vecteur d'onde antiferromagnetique Q. Nous trouvons egalement la dependance en temperature de l'analogue du courant critique. En presence d'un champ magnetique externe, nous obtenons l'analogue de l'effet Josephson AC et la description complete que nous en donnons s'applique aussi au cas d'une jonction tunnel entre ferroaimants (dans ce dernier cas, les traitements anterieurs de cet effet AC s'averent incomplets). Nous

  10. Molecular HIV screening.

    Science.gov (United States)

    Bourlet, Thomas; Memmi, Meriam; Saoudin, Henia; Pozzetto, Bruno

    2013-09-01

    Nuclear acid testing is more and more used for the diagnosis of infectious diseases. This paper focuses on the use of molecular tools for HIV screening. The term 'screening' will be used under the meaning of first-line HIV molecular techniques performed on a routine basis, which excludes HIV molecular tests designed to confirm or infirm a newly discovered HIV-seropositive patient or other molecular tests performed for the follow-up of HIV-infected patients. The following items are developed successively: i) presentation of the variety of molecular tools used for molecular HIV screening, ii) use of HIV molecular tools for the screening of blood products, iii) use of HIV molecular tools for the screening of organs and tissue from human origin, iv) use of HIV molecular tools in medically assisted procreation and v) use of HIV molecular tools in neonates from HIV-infected mothers.

  11. Anemia em gestantes brasileiras antes e após a fortificação das farinhas com ferro Anemia en gestantes brasileñas antes y después de la fortificación de harinas con hierro Anemia in Brazilian pregnant women before and after flour fortification with iron

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar prevalência de anemia e valores de hemoglobina (Hb em gestantes brasileiras, antes e após a fortificação das farinhas com ferro. MÉTODOS: Estudo de avaliação de painéis repetidos, desenvolvido em serviços públicos de saúde de municípios das cinco regiões brasileiras. Dados retrospectivos foram obtidos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: antes da fortificação, com parto anterior a junho de 2004, e após a fortificação, com última menstruação após junho de 2005. Anemia foi definida como Hb OBJETIVO: Comparar prevalencia de anemia y valores de hemoglobina (Hb en gestantes brasileñas, antes y después de la fortificación de las harinas con hierro. MÉTODOS: Estudio de evaluación de paneles repetidos, desarrollado en servicios públicos de salud de municipios de las cinco regiones brasileñas. Datos retrospectivos se obtuvieron de 12.119 prontuarios de gestantes distribuidas en dos grupos: antes de la fortificación, con parto anterior a junio de 2004, y posterior a la fortificación, con última menstruación después de junio 2005. Anemia fue definida como HbOBJECTIVE: To compare prevalence of anemia and hemoglobin (Hb levels in Brazilian pregnant women before and after flour fortification with iron. METHODS: A repeated cross-sectional panel study of public health care centers of municipalities in the five Brazilian regions was conducted. Retrospective data were obtained from 12,119 medical records of pregnant women distributed in two groups: before fortification (delivery prior to June 2004 and after fortification (date of last period after June 2005. Anemia was defined as Hb<11.0 g/dl. Hb levels according to gestational age were assessed using two references from the literature. Statistical analysis was carried out using chi-squared tests, Student's t tests, and logistic regression, with a significance level of 5%. RESULTS: In the total sample, prevalence of anemia fell from

  12. Consumo dietético de gestantes e ganho ponderal materno após aconselhamento nutricional Dietary intake of pregnant women and maternal weight gain after nutritional counseling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliener de Souza Fazio

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: conhecer o consumo dietético de gestantes avaliando a ingestão de macronutrientes e micronutrientes, e verificar o ganho ponderal materno na gravidez. MÉTODOS: estudo retrospectivo do período de junho de 2002 a junho de 2008 com gestantes que receberam orientação nutricional durante pré-natal em hospital universitário, agrupadas de acordo com o estado nutricional antropométrico classificado pelo índice de massa corpórea (IMC pré-gestacional. O consumo dietético foi analisado pelas informações de entrevista de frequência alimentar realizada na primeira avaliação da gestante no serviço de nutrição, para obter os dados do hábito alimentar, calculando-se a ingestão de macronutrientes e micronutrientes. As gestantes receberam aconselhamento nutricional, e foi analisado o ganho ponderal materno na gravidez. RESULTADOS: do total de 187 gestantes que receberam orientação nutricional, 23 (12,2% eram de baixo peso, 84 (45,0%, eutróficas, 37 (19,8% com sobrepeso, e 43 (23,0%, obesas. As gestantes de baixo peso apresentaram menor consumo de lípides quando comparadas ao grupo com eutrofia (101,4 versus 137,3 g; p=0,043. A média do consumo de ferro foi maior nas gestantes eutróficas (14,6 mg/d quando comparadas às com sobrepeso (12,2 mg/d ou obesidade (10,9 mg/d; pPURPOSE: to determine the dietary consumption of pregnant women, by assessing the intake of macronutrients and micronutrients, and to verify the maternal weight gain during pregnancy. METHODS: a retrospective study conducted from June 2002 to June 2008 with pregnant women who received nutritional counseling during prenatal care at a university hospital, grouped according to anthropometric nutritional status classified by pregestational body mass index (BMI. The dietary intake was analyzed according to the information obtained in food frequency interviews, performed at the first evaluation of pregnant women in the service of nutrition to obtain data about

  13. Methodological Issues in HIV-Related Social Research in Nigeria

    African Journals Online (AJOL)

    AJRH Managing Editor

    Methodological Issues in HIV/AIDS Social Research in Nigeria ... convaincue au commencement de l'étude qu'une étude sur l'interaction entre le VIH/sida et les questions sensibles comme les ..... One of the vexed issues was the requirement.

  14. Soroepidemiologia para o virus da hepatite B (VHB em gestantes/parturientes e sua transmissão para recém-nascidos em Goiânia, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Divina das Dores P. Cardoso

    1996-08-01

    Full Text Available Foram coletadas, entre março de 1990 e julho de 1992, 1459 amostras sanguíneas de mulheres gestantes/parturientes na cidade de Goiânia-GO, objetivando detecção da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB, através dos marcadores sorológicos AgHBs e anti-HBs. O percentual depositividade encontrado, pelo teste imunoenzimãtico, foi de 7,5%, sendo 0,5%para AgHBs e 7,0%para anti-HBs. A análise efetuada, considerando a faixa etária, mostra que 7 de 8 mulheres AgHBs-positivas pertenciam à faixa etária de até 30 anos, situação semelhante em relação ao anti-HBs(83/101. Das 8 mulheres positivas, 4 tiveram seus recém-nascidos submetidos a tratamento profilático com vacina (Engerix B e imunoglobulina humana anti-hepatite B (HBIG. Além disso, 3 dessas crianças foram analisadas sorologicamente, sendo que uma era AgHBs-positiva ao nascimento. Doença sexualmente transmissível e transfusão sanguínea foram fatores de risco que coirelacionaram significantemente com a infecção. Esses resultados parece-nos reforçar a indicação de triagem à infecção pelo vírus da hepatite B no período pré-natal, assim como a adoção de medidas imunoprofiláticas nas crianças nascidas de mães positivas.In order to detect hepatitis B vírus (HBV, 1459 serum samples from pregnant/parturient women were collected at two public hospitals in Goiânia, GO. These samples were tested by enzyme linked immunosorbent assay forHBsAg and anti-HBs. 109 (7.5% serum samples were positive. Eight (0.5% sera were positive for HBsAg and 101 (7.0% for anti-HBs. Viral positivity for both HBsAg and anti- HBs were observed in women which age ranged from 15 to 30 years. Four newborns from HBsAg positive mothers were submitted to the treatment with HBV vaccine (Engerix B and with hyperimmune gammaglobulin (HBIG - Abbott Laboratories - Brazil. Cord blood from one of the newborns was positive for HBsAg. A positive association was found between hepatitis B and sexually

  15. Anestesia em gestante com hipertensão intracraniana por meningite tuberculosa: relato de caso Anestesia en gestante con hipertensión intracraneal por meningitis tísica: relato de caso Anesthesia in pregnant patient with intracranial hypertension due to tuberculous meningitis: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Breitenbach

    2005-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Está bem estabelecido que a técnica anestésica de escolha para cesariana eletiva é a anestesia regional. Porém, em gestantes com hipertensão intracraniana e infecção do sistema nervoso central esta técnica deve ser evitada. O objetivo deste artigo é relatar o manejo anestésico de uma gestante, com hipertensão intracraniana secundária à meningite tuberculosa, que foi submetida à cesariana eletiva. RELATO DO CASO: Paciente branca, 32 anos, 60 kg, 1,62 m de estatura, na 36ªsemana de idade gestacional, agendada para interrupção cirúrgica da gestação por apresentar-se tetraparética, com hidrocefalia decorrente de meningite tuberculosa. Escolheu-se a anestesia geral para a cesariana com indução em seqüência rápida e manobra de Sellick para a intubação traqueal. As drogas utilizadas foram tiopental (250 mg, rocurônio (50 mg, fentanil (100 µg e lidocaína (60 mg por via venosa. A indução anestésica foi suave e mantida com isoflurano até o início do fechamento da pele da paciente, com mínimas alterações de seus sinais vitais e do recém-nascido, que recebeu índice de Apgar 8 e 9, no 1º e 5º minutos, respectivamente. A paciente despertou precocemente, sem deficits neurológicos adicionais. CONCLUSÕES: A anestesia geral ainda é a técnica anestésica preferida para cesariana em gestantes com hipertensão intracraniana, utilizando-se drogas de meia-vida curta e que tenham mínima interferência na pressão intracraniana e no recém-nascido.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Está bien establecido que la técnica anestésica de elección para cesárea electiva es la anestesia regional. Sin embargo, en gestantes con hipertensión intracraneal e infección del sistema nervioso central esta técnica debe ser evitada. El objetivo de este artículo es relatar el manejo anestésico de una gestante, con hipertensión intracraneal secundaria a la meningitis tísica, que fue sometida a la ces

  16. Relatos clínicos de contaminación y peligro. Cocreando desde dentro el estigma social en la gestante seropositiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Manuel Hernández Garre

    2015-12-01

    Full Text Available El objetivo del artículo ha sido explorar las principales representaciones de los sanitarios respecto a las parturientas VIH positivo, y sus posibles repercusiones en el proceso de creación/destrucción de su identidad en clave de estigma social. La metodología elegida ha sido la realización de una serie de entrevistas semiestructuradas, cuyos resultados muestran ciertos miedos e inseguridades que afloran en los sanitarios como consecuencia de la sensación de vulnerabilidad, miedos que se acrecientan en el parto, donde la posibilidad de infección se magnifica al tener contacto con fluidos corporales potencialmente contaminantes. La conclusión final es que la corporalidad de la gestante seropositiva se construye en los medios clínicos en clave negativa, apareciendo en los relatos dos tipos de estigma, el «determinante», asociado al peligro de contagio en sí mismo, y el «simbólico», derivado de las conductas socialmente desacreditadas que se relacionan popularmente a la enfermedad.

  17. HIV Structural Database

    Science.gov (United States)

    SRD 102 HIV Structural Database (Web, free access)   The HIV Protease Structural Database is an archive of experimentally determined 3-D structures of Human Immunodeficiency Virus 1 (HIV-1), Human Immunodeficiency Virus 2 (HIV-2) and Simian Immunodeficiency Virus (SIV) Proteases and their complexes with inhibitors or products of substrate cleavage.

  18. HIV Viral Load

    Science.gov (United States)

    ... PF4 Antibody Hepatitis A Testing Hepatitis B Testing Hepatitis C Testing HER2/neu Herpes Testing High-sensitivity C-reactive Protein (hs-CRP) Histamine Histone Antibody HIV Antibody and HIV Antigen (p24) HIV Antiretroviral Drug Resistance Testing, Genotypic HIV Viral Load HLA Testing HLA- ...

  19. National HIV Testing Day

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    Dr. Kevin A. Fenton, Director of CDC's National Center for HIV/AIDS, Viral Hepatitis, STD, and TB Prevention, discusses National HIV Testing Day, an annual observance which raises awareness of the importance of knowing one's HIV status and encourages at-risk individuals to get an HIV test.

  20. Eliminating Perinatal HIV Transmission

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    In this podcast, CDC’s Dr. Steve Nesheim discusses perinatal HIV transmission, including the importance of preventing HIV among women, preconception care, and timely HIV testing of the mother. Dr. Nesheim also introduces the revised curriculum Eliminating Perinatal HIV Transmission intended for faculty of OB/GYN and pediatric residents and nurse midwifery students.

  1. Relationship between the iron status of pregnant women and their newborns Relação entre o estado nutricional de ferro de parturientes e seus recém-nascidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de A Paiva

    2007-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the relationship between iron nutritional status of pregnant women and their newborns using a combination of hematological and biochemical parameters for the diagnosis of iron deficiency. METHODS: A cross-sectional study was conducted in Jundiaí, Southeastern Brazil, in 2000. Venous blood samples collected from 95 pregnant women and from their umbilical cord and used for the determination of complete blood count, serum iron, total iron-binding capacity, serum ferritin, zinc protoporphyrin, and transferrin saturation. Women were classified into three groups: anemic, iron deficient and non-iron deficient. Statistical analysis included the Tukey-HSD test, Pearson's correlation coefficient and multiple linear regression analysis. RESULTS: Among pregnant women, 19% were anemic (97.9% mildly anemic and 2.1% moderately anemic and 30.5% were iron deficient. No significant difference was seen in mean values of any parameter studied between newborns in the three groups (p>0.05. Multiple linear regression analysis showed weak association between neonatal and maternal parameters. CONCLUSIONS: The iron nutritional status of pregnant women with iron deficiency or mild anemia does not seem to have a significant impact on the iron levels of their children.OBJETIVO: Determinar a relação entre os níveis de ferro de gestantes e seus filhos recém-nascidos, utilizando uma combinação de parâmetros hematológicos e bioquímicos para o diagnóstico da deficiência de ferro. MÉTODOS: Estudo transversal realizado em Jundiaí, SP, em 2000. Amostras de sangue venoso foram coletadas de 95 gestantes e do cordão umbilical de cada uma, e utilizadas na determinação de hemograma completo, ferro sérico, capacidade total de ligação do ferro, ferritina sérica, zinco-protoporfirina, e saturação de transferrina. As mulheres foram classificadas em três grupos: anêmicas, deficientes de ferro e não-deficientes de ferro. As análises estat

  2. Interacción entre el personal de salud y las jóvenes embarazadas durante el control prenatal: un estudio cualitativo Interaction between health personnel and young pregnant women during prenatal control: a qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Blossiers

    2010-09-01

    Full Text Available Objetivo. Explorar la interacción entre el personal de salud y las adolescentes gestantes, a partir de los significados de la sexualidad, el embarazo y el control prenatal en un Hospital Nacional de Lima. Materiales y métodos. Se realizó un estudio cualitativo que incluyó observaciones de la interacción durante la consulta, entrevistas a profundidad a gestantes adolescentes (14 y personal de salud (9 y un grupo focal de gestantes. Resultados. Existen percepciones y valoraciones socioculturales que no favorecen la comunicación entre ambos. El personal de salud argumenta que tener experiencias sexuales precoces significa que las jóvenes asumen el papel de adultas; consideran que las jóvenes no estaban preparadas biopsicológica y socialmente para ser madres. En esta concepción, el cuerpo de las jóvenes es concebido como un medio de control, intervención y poder ante la presencia del ginecoobstetra. Sin embargo, para las jóvenes embarazadas representa valorar su cuerpo como futura madre. Los significados del control prenatal para el personal de salud, se orientan hacia los aspectos biomédicos desde el enfoque de riesgo; enfatizando en el contagio de enfermedades de transmisión sexual; en cambio para las adolescentes, es importante el trato por el personal de salud, que es diferenciado, las mujeres ofrecen un trato acogedor y cálido, sin descuidar los aspectos cognitivos y científicos; mientras que los varones, en la mayoría de los casos, tienen una interacción más operativa y cognitiva. Conclusión. La interacción entre el personal de salud y las jóvenes embarazadas varía según el sexo del personal de salud y tiene significados diferentes para las gestantes, por lo que debe tenerse en cuenta esta información para mejorar la atención en el control prenatal de las adolescentes.Objective. To explore the interaction between health personnel and young pregnants, beginning from the meanings of sexuality, pregnancy and prenatal

  3. Prevalence of hepatitis C virus and HIV infection among injection drug users in two Mexican cities bordering the U.S Prevalencia de los virus de la hepatitis C y de la inmunodeficiencia humana entre usuarios de drogas intravenosas, en dos ciudades mexicanas fronterizas con los Estados Unidos de America

    OpenAIRE

    Emily Faye White; Richard S. Garfein; Kimberly C Brouwer; Remedios Lozada; Rebeca Ramos; Michelle Firestone-Cruz; Saida G Pérez; Carlos Magis-Rodríguez; Carlos J Conde-Glez; Steffanie A Strathdee

    2007-01-01

    OBJECTIVE: To estimate the prevalence of the hepatitis C virus (HCV) and HIV infection and associated risk behaviors among injection drug users (IDUs) in two northern Mexican cities. MATERIAL AND METHODS: Between February and April 2005, IDUs were recruited in Tijuana (N=222) and Ciudad Juarez (N=206) using respondent-driven sampling (RDS), a chain referral sampling approach. Interviewer-administered questionnaires assessed drug-using behaviors during the prior six months. Venous blood was co...

  4. National HIV Testing Day

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    2011-06-09

    Dr. Kevin A. Fenton, Director of CDC's National Center for HIV/AIDS, Viral Hepatitis, STD, and TB Prevention, discusses National HIV Testing Day, an annual observance which raises awareness of the importance of knowing one's HIV status and encourages at-risk individuals to get an HIV test.  Created: 6/9/2011 by National Center for HIV/AIDS, Viral Hepatitis, STD, and TB Prevention (NCHHSTP).   Date Released: 6/9/2011.

  5. Eliminating Perinatal HIV Transmission

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    2012-11-26

    In this podcast, CDC’s Dr. Steve Nesheim discusses perinatal HIV transmission, including the importance of preventing HIV among women, preconception care, and timely HIV testing of the mother. Dr. Nesheim also introduces the revised curriculum Eliminating Perinatal HIV Transmission intended for faculty of OB/GYN and pediatric residents and nurse midwifery students.  Created: 11/26/2012 by Division of HIV/AIDS Prevention.   Date Released: 11/26/2012.

  6. Care of HIV-exposed and HIV-infected neonates

    African Journals Online (AJOL)

    However, further reduction in MTCT may be possible if newborns at high risk of acquiring HIV ... infants of breastfeeding mothers with newly diagnosed HIV infection, dual NVP/ .... birth HIV DNA PCR testing for HIV-exposed low birth weight.

  7. Side Effects of HIV Medicines: HIV and Diabetes

    Science.gov (United States)

    ... Children and Adolescents HIV and Women HIV and Gay and Bisexual Men HIV and Older Adults HIV ... throughout the body. A hormone called insulin helps move the glucose into the cells. Once in the ...

  8. Mulheres soropositivas para o HIV e seus companheiros frente à decisão pela gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Peixoto Cordova

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, que objetivou investigar os motivos que levam mulheres soropositivas para o HIV e seus companheiros a decidirem engravidar, tendo em vista o risco da transmissão vertical e da contaminação ou reinfecção do parceiro. Participaram do estudo seis gestantes. A coleta de dados foi realizada por questionário semiestruturado, sendo os dados organizados no software NVivo 2.0 e interpretados por meio da análise de conteúdo do tipo temática. Da análise emergiram três temas: Planejamento da Gravidez; Conhecimento sobre Transmissão e Tratamento do HIV/AIDS; Vivendo no Contexto HIV/AIDS. A importância do estudo reside no fato de que, apesar do risco da transmissão vertical e da contaminação do parceiro ser conhecido pelo casal, isto não interfere no desejo de serem pais.

  9. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... Drugs and HIV Learn the Link - Drugs and HIV Email Facebook Twitter 2005 –Ongoing Behaviors associated with ... Send the Message . Get the Facts What are HIV and AIDS? HIV (human immunodeficiency virus) is the ...

  10. Global HIV/AIDS Epidemic

    Science.gov (United States)

    ... Policy The Global HIV/AIDS Epidemic The Global HIV/AIDS Epidemic Published: Nov 29, 2017 Facebook Twitter ... 2001-FY 2018 Request The Global Response to HIV/AIDS International efforts to combat HIV began in ...

  11. HIV/AIDS in Women

    Science.gov (United States)

    HIV stands for human immunodeficiency virus. It harms your immune system by destroying the white blood cells ... It is the final stage of infection with HIV. Not everyone with HIV develops AIDS. HIV often ...

  12. HIV / AIDS: An Unequal Burden

    Science.gov (United States)

    Skip Navigation Bar Home Current Issue Past Issues HIV / AIDS HIV / AIDS: An Unequal Burden Past Issues / Summer 2009 ... high-risk category, emphasizes Dr. Cargill. Photo: iStock HIV and Pregnancy Are there ways to help HIV- ...

  13. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... contracting or transmitting HIV/AIDS or other infectious diseases. Research Reports: HIV/AIDS : Explores the link between drug misuse and HIV/AIDS, populations most at risk, trends in HIV/AIDS, and ...

  14. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... help us Send the Message . Get the Facts What are HIV and AIDS? HIV (human immunodeficiency virus) ... hiv-aids-101/statistics/ . Reference Centers for Disease Control and Prevention, Division of HIV/AIDS Prevention, National ...

  15. Fatores relacionados à presença de recém-nascidos grandes para a idade gestacional em gestantes com diabetes mellitus gestacional Factors related to the presence of large for gestational age newborns in pregnant women with gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carl Silva

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os fatores relacionados à presença de recém-nascidos grandes para a idade gestacional nas gestantes com diabetes mellitus gestacional. MÉTODOS: no período de janeiro de 2004 a julho de 2006, foram selecionadas, retrospectivamente, 157 gestantes que apresentavam diabete mellitus gestacional e estavam em acompanhamento. Esse grupo foi dividido em dois subgrupos: um com recém-nascidos de peso adequado para a idade gestacional (n=136 e outro com recém-nascidos grandes para a idade gestacional (n=21. Foram comparadas as características maternas nos dois grupos. Para a análise da hipótese de igualdade entre a média dos dois grupos, utilizou-se o teste t de Student. E para que se testasse a homogeneidade dos grupos em relação às proporções, foi utilizado o teste do χ2. RESULTADOS: os grupos não apresentaram diferença significativa quanto à idade materna, índice de massa corporal, ganho de peso durante a gestação, número de gestações anteriores, glicemia de jejum no teste oral de tolerância à glicose após a ingestão de 75 g (TOTG 75 g, idade gestacional no momento do parto, valores glicêmicos durante o tratamento e o tipo de tratamento utilizado (p>0,05. No grupo com recém-nascidos grandes para a idade gestacional, observou-se valor de glicemia de duas horas no TOTG 75 g maior (p=0,02, a idade gestacional de início de tratamento maior (p=0,02, e um número menor de consultas realizadas no serviço (pPURPOSE: to evaluate factors related to the presence of neonatal macrosomia in pregnant women with gestational diabetes mellitus. METHODS: 157 pregnant women presenting gestational diabetes mellitus in follow-up were retrospectively selected from January 2004 to July 2006. This group has been divided into two subgroups: one with newborns with weight in accordance with the gestational age (n=136 and another with macrosomic newborns (n=21. Maternal characteristics have been compared between the groups. The t

  16. Serodiagnostic profiles of HIV and HIV pathogenesis in vivo

    NARCIS (Netherlands)

    Goudsmit, J.; Lange, J. M.; Smit, L.; Bakker, M.; Klaver, B.; Danner, S. A.; Coutinho, R. A.

    1988-01-01

    Different stages of HIV infection are marked by expression of HIV genes, production of HIV antibodies, formation of antigen/antibody complexes and clearance of such complexes. Transient HIV antigenemia appearing generally 6-8 weeks prior to HIV antibody (HIV-Ab) seroconversion and lasting 3-4 months

  17. Living with HIV/AIDS - Multiple Languages

    Science.gov (United States)

    ... HIV - Newly diagnosed with HIV, part 5 - English MP3 Children and HIV - Newly diagnosed with HIV, part 5 - 简体中文 (Chinese, Simplified (Mandarin dialect)) MP3 Children and HIV - Newly diagnosed with HIV, part ...

  18. Atendimento a gestantes no Sistema Único de Saúde Antenatal care within Brazil's Unified Health System

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Costa

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o atendimento ao pré-natal em unidades de saúde, com o intuito de obter uma linha de base que subsidie futuros estudos avaliativos. MÉTODOS: Realizou-se estudo exploratório para avaliação da atenção do Sistema Único de Saúde à saúde de mulheres grávidas, por meio de inquérito auto-aplicado em gestores municipais de saúde sobre amostra probabilística do tipo aleatória estratificada de 627 municípios que, submetida à técnica de expansão, permitiu análises para 5.507 municípios. O período de coleta de dados foi de outubro de 2003 a abril de 2004. O questionário captou informações sobre a prioridade às distintas modalidades de atenção, além de dados sobre a oferta de atenção e estimativa declarada de atendimento de demanda. Foram realizados os testes de qui-quadrado e t de Student para verificação de independência entre variáveis qualitativas e a igualdade entre médias, respectivamente. RESULTADOS: Dos municípios analisados, 43,8% (n=2.317 não atendiam ao risco gestacional; 81% (n=4.277 e 30,1% (n=1.592 referiram atender acima de 75% da demanda do pré-natal de baixo e alto risco, respectivamente; 30,1% (n=1.592 atendiam acima de 75% da demanda de alto risco. Atenção ao baixo risco (chi2=282,080; POBJECTIVE: To assess antenatal care in health care units, so as to obtain a baseline for future evaluation studies. METHODS: A self-applied inquiry was conducted among municipal health managers within a probabilistic stratified random sample of 627 municipalities which, through expansion technique, extended the analysis to 5,507 municipalities. Data was collected from October 2003 to April 2004. The survey appraised information about the priority granted by the managers to each modality of care, as well as data concerning characteristics of the assistance provided and the declared estimate of the demand being covered. The Chi-square test and Student's t-test were performed in order to verify

  19. Prevalência de anemia em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil The prevalence of anemia in first consultation pregnant women of health centers in a metropolitan area, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elvira Maria Guerra

    1990-10-01

    Full Text Available No período de abril a outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta, as quais estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo, subdistrito do Butantã, Município de São Paulo, Brasil. Na ocasião da coleta do material biológico estas gestantes não faziam uso de medicamentos contendo ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos, 65,9% delas pertenciam a famílias com renda até 1 SMPC (salário mínimo per capita e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. A prevalência de anemia foi de 12,4%. A média da concentração de hemoglobina (g/dl no primeiro trimestre foi significativamente maior que as médias no segundo e terceiro trimestres gestacional. A prevalência de anemia no primeiro trimestre: (3,6% foi significativamente menor do que aquelas encontradas no segundo (20,9% e terceiro trimestre (32,1%. As gestantes que tiveram mais que três partos tiveram prevalência de anemia significativamente maior do que aquelas com até três partos. A prevalência de anemia foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda até 0,5 SMPC.Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department from the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at the first routine consultation. At the time they were examined they were not given any medicine containing iron, folie acid or vitamin B12. Their average age was 25 and 65.9% belonged to families with a monthly per capita income below US$ 50.00. Only 3.1% had a per capita income above U$$ 150.00. The prevalence of anemia was 12.4%. The hemoglobin concentration (grams/dl in the first trimester was significantly higher than in the second and third trimester of pregnancy. The prevalence of anemia in the first trimesters (3.6% was significantly smaller

  20. O processo de cuidar participante com um grupo de gestantes: repercussões na saúde integral individual-coletiva The participant caring process with a group of pregnant: impact in the individual and collective health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Regina Rufino Delfino

    2004-12-01

    Full Text Available O artigo tem como objetivo conhecer a repercussão da aplicação de um processo de cuidar participante na saúde integral individual-coletiva de um grupo de gestantes. O estudo foi realizado através de atividade prática de cuidado em saúde, desenvolvida com um grupo de dez gestantes, no período de setembro a dezembro de 2002. As atividades grupais se deram em seis oficinas de saúde, ao término das quais foi realizada uma visita domiciliar a cada uma das participantes. Numa abordagem qualitativa, o levantamento dos dados foi realizado pela observação participante com entrevista nas dinâmicas de oficinas e nas visitas domiciliares, delineadas pelo Referencial do Cuidado Holístico-Ecológico. Através do processo de análise-reflexão-síntese, foram identificadas as repercussões do desenvolvimento do processo de cuidar participante nas seguintes dimensões: a gestante com ela própria; a gestante com o seu bebê e com os familiares; e os familiares e a gestante com a comunidade. A busca do conhecimento alicerçada na abordagem participante influenciou na ampliação do conceito de saúde e de cidadania no contexto das gestantes e dos seus coletivos. A utilização de abordagens dos novos paradigmas pode contribuir para a construção do conhecimento e com o processo de promoção da saúde, bem como subsidiar trabalhos interdisciplinares.To study the impact of the use of a participant caring process on the individual and collective health care applied to a group of pregnant. The study was carried out through health care practices with ten pregnant individuals from September to December, 2002. Group activities were developed in six health workshops followed by a home visit to each participant. Using qualitative approach, data were collected through participant observations and interviews during the workshops and home visits, as designed in the Ecological and Holistic Care Reference. The effects of the participant health care were

  1. RELACIÓN ENTRE EL NIVEL DE CONOCIMIENTO SOBRE PREVENCIÓN PRIMARIA Y LA CONDICIÓN DE SALUD BUCAL EN GESTANTES DEL HOSPITAL REGIONAL HIPÓLITO UNANUE. TACNA. 2013

    OpenAIRE

    BEGAZO DE LA CRUZ, MIGUEL ARTURO

    2014-01-01

    PREVENCIÓN PRIMARIA CONCEPTO NIVELES DE PREVENCIÓN PRIMARIA ÍNDICE DE HIGIENE ORAL SIMPLIFICADO ÍNDICE DE CARIES DENTAL: CPO PROCEDIMIENTO PARA EL EXAMEN CÓDIGOS Y CRITERIOS PARA SU VALORACIÓN CÁLCULO DEL ÍNDICE LIMITACIONES DEL ÍNDICE ÍNDICE PERIODONTAL DE RUSSELL CONCEPTO ENFERMEDAD PERIODONTAL CRITERIOS PARA LA APLICACIÓN DEL ÍNDICE RESEÑA HISTÓRICA DEL IPR CÓDIGOS Y CRITERIOS PARA LA EVALUACIÓN INSTRUMENTAL Y MATERIAL PARA EL EXAMEN PROCEDIMIENTO PARA EL EXAMEN REGISTRO DE CÓDIGOS EN LA F...

  2. Qualidade da dieta de gestantes em uma unidade básica de saúde em Belém do Pará: um estudo piloto = Diet quality of pregnant women in a basic health unit in Belém, Pará: a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gomes, Késia Carolinne Ferreira

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade da dieta de gestantes cadastradas em uma unidade básica de saúde em Belém do Pará. Materiais e Métodos: Estudo piloto de delineamento transversal, realizado com gestantes em uma unidade básica de saúde em Belém do Pará no ano de 2011. Foram aplicados questionário estruturado e inquérito alimentar recordatório de 24 horas em duplicata. O peso e a altura foram aferidos durante a entrevista para análise do Índice de Massa corporal (IMC. Para a avaliação da qualidade da dieta, foram analisados 10 de seus componentes de acordo com o índice da alimentação saudável (IAS. Resultados: Foram avaliadas 25 gestantes, com média de idade de 24,2±7,2 anos, peso 58,6±6,9 kg e IMC 25,7±3,9. Notou-se que 32% (8 apresentam excesso de peso. Pelo IAS, observou-se que 100% (25 das gestantes avaliadas não possuem uma dieta adequada, sendo que 60% (15 possuem uma dieta que necessita de modificações e 40% (10 apresentam uma dieta inadequada. Conclusão: A qualidade da alimentação de gestantes cadastradas em uma unidade básica de saúde em Belém do Pará se mostrou aquém das recomendações preconizadas, demostrando que 100% das gestantes possuem uma dieta inadequada

  3. Prevalence of risk factors for HIV infection among Mexican migrants and immigrants: probability survey in the north border of Mexico Prevalencia de factores de riesgo para la infección por VIH entre migrantes mexicanos: encuesta probabilística en la frontera norte de México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Gudelia Rangel

    2006-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To estimate the prevalence of risk factors for HIV infection among Mexican migrants and immigrants (MMIs in different geographic contexts, including the sending communities in Mexico, the receiving communities in the United States (US, and the Mexican North border region. MATERIAL AND METHODS: We conducted a probability survey among MMIs traveling through key border crossing sites in the Tijuana (Baja California, Mexico-San Diego (California, US border region (N=1 429. RESULTS: The survey revealed substantial rates of reported sexually transmitted infections, needle-sharing and sexual risk practices in all migration contexts. CONCLUSIONS: The estimated levels of HIV risk call for further binational research and preventive interventions in all key geographic contexts of the migration experience to identify and tackle the different personal, environmental, and structural determinants of HIV risk in each of these contexts.OBJETIVO: Estimar la prevalencia de prácticas de riesgo para la infección por VIH en migrantes mexicanos durante su estancia en distintos contextos geográficos, incluyendo sus comunidades de origen en México, las comunidades de destino en Estados Unidos de América (EUA, y la frontera Norte de México. MATERIAL Y MÉTODOS: Encuesta probabilística de migrantes mexicanos que transitan por la región fronteriza Tijuana (Baja California, México-San Diego (California, EUA (N=1 429. RESULTADOS: La encuesta reveló una alta prevalencia de infecciones de transmisión sexual, uso compartido de agujas, y prácticas sexuales de riesgo en todos los contextos geográficos estudiados. CONCLUSIONES: Los niveles de riesgo de infección por VIH estimados para migrantes mexicanos en diferentes contextos geográficos exigen estudios e intervenciones preventivas binacionales que identifiquen y aborden los distintos factores de riesgo personales, ambientales, y estructurales que contribuyen al riesgo de infección por VIH en cada

  4. Associação entre abuso de álcool durante a gestação e o peso ao nascer Asociación entre abuso de alcohol durante la gestación y el peso al nacer Association between alcohol abuse during pregnancy and birth weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivelissa da Silva

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre abuso de álcool durante a gestação e baixo peso ao nascer. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional aninhado a uma coorte de 957 gestantes que realizaram acompanhamento pré-natal no Sistema Único de Saúde da cidade de Pelotas, RS, e deram à luz entre setembro de 2007 e setembro de 2008. As mães foram entrevistadas em dois momentos distintos: no período de pré-parto e após o parto. Para verificar o abuso do álcool foi utilizada a escala Cut down, Annoyed by criticism, Guilty and Eye-opener. Foram realizadas análises bivariadas e regressão logística múltipla, ajustada pelas variáveis prematuridade e abuso de álcool. O nível de significância adotado foi de 95%. RESULTADOS: Das mulheres que participaram do estudo, 2,1% abusaram de álcool na gestação e, entre essas, 26,3% tiveram filhos com baixo peso. Houve associação entre o abuso de álcool e baixo peso ao nascer (p OBJETIVO: Verificar la asociación entre abuso de alcohol durante la gestación y bajo peso al nacer. MÉTODOS: Estudio transversal de base poblacional anidado a una cohorte de 957 gestantes que realizaron acompañamiento prenatal en el Sistema Único de Salud de la ciudad de Pelotas, Sur de Brasil, y dieron a luz entre septiembre de 2007 y septiembre de 2008. Las madres fueron entrevistadas en dos momentos distintos: en el período de preparto y posterior al parto. Para verificar el abuso de alcohol fue utilizada la escala Cut down, Annoyed by criticism, Guilty y Eye-opener. Se realizaron análisis bivariados y regresión logística múltiple, ajustado por las variables prematuridad y abuso de alcohol. El nivel de significancia adoptado fue de 95%. RESULTADOS: De las mujeres que participaron del estudio, 2,1% abusaron de alcohol en la gestación y, entre ellas, 26,3% tuvieron bebés con bajo peso. Hubo asociación entre el abuso de alcohol y bajo peso al nacer (pOBJECTIVE: To assess the association between

  5. Prevención de la transmisión materno-infantil del VIH en gestantes y madres awajún y wampis de la región Amazonas en Perú

    OpenAIRE

    Huamán, Byelca; Gushiken, Alfonso; Benites, Carlos; Quiroz, Fabiola; García-Fernández, Lisset

    2017-01-01

    Objetivos. Identificar las barreras que limitan el cumplimiento de las medidas de prevención de la transmisión materno-infantil (TMI) del VIH, en comunidades indígenas de la región Amazonas en Perú. Materiales y métodos. Investigación cualitativa con enfoque fenomenológico. Se realizaron entrevistas semiestructuradas a gestantes y madres de niños menores de un año de las comunidades indígenas awajún y wampis diagnosticadas con VIH durante el 2014-2015. Resultados. Participaron 15 de 29 mujere...

  6. Uso de hierbas medicinales en mujeres gestantes y en lactancia en un hospital universitario de Bogotá (Colombia The use of herbal medicine among pregnant and lactating women attending a university hospital in Bogota, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Paulina Pulido Acuña

    2012-12-01

    Full Text Available Las mujeres durante la gestación y lactancia utilizan diferentes hierbas y es escasa la información en el ámbito clínico en Colombia. Objetivo: Describir las prácticas relacionadas con el uso de hierbas en mujeres gestantes y en lactancia del Hospital de San José, Bogotá (Colombia. Metodología: Estudio de corte transversal. Con un cuestionario estructurado se indagó el uso, la frecuencia, el modo y razones de uso, de las hierbas medicinales y de quién se aprendió la práctica. Resultados: El uso de hierbas en mujeres gestantes y en lactancia fue de 33.6% (IC95%: 29.2% - 38% y 36.6% (IC95%: 30.8% - 42.3%, respectivamente. En el grupo de gestantes la hierba más usada fue la manzanilla (36.7% y en las mujeres en lactancia fue el hinojo (65%. Conclusión: Las mujeres gestantes y en lactancia, utilizan hierbas para las molestias del embarazo, acelerar el parto, disminuir el frío y promover la producción de leche.The use of herbal supplements is a common practice about pregnant and lactating women, however in Colombia there is limited data regarding the extent of women's use of herbal medicines during pregnancy and breastfeeding. The aim of this study was to describe the patterns of herbal medication use among pregnant and lactating women at the Hospital San Jose in Bogota, Colombia. Methods: Cross-sectional study. A questionnaire was designed to measure the frequency of herbal supplementation, why women took the herbal medicine, form of supplements, and who recommended the supplements or how did they learn about the herbal supplements. Results: The use of herbal supplements among pregnant and lactating women is 33.6% (CI 95%: 29.2%-38% and 36.6 (CI 95%: 30.8%-42.3%, respectively. The most common supplement used by pregnant women is Chamomile (36,7%, and among lactating women is Fennel (Foeniculum vulgare (65%. Conclusion: Pregnant and breastfeeding women use herbal supplements for specific pregnancy-related problems, to induce labor, to

  7. "Conhecimentos, atitudes e práticas dos médicos ginecologistas e obstetras em relação à saúde bucal e ao tratamento odontológico de pacientes gestantes"

    OpenAIRE

    Marcia Cristina Tirelli

    2004-01-01

    A proposta deste estudo foi investigar os conhecimentos, atitudes e práticas dos médicos ginecologistas e obstetras em relação à saúde bucal e ao tratamento odontológico de pacientes gestantes. Foram entrevistados, através de questionários padronizados, 204 médicos ginecologistas e obstetras associados à Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) e que atuam no Município de São Paulo. Os resultados mostraram que 94,12% dos entrevistados possuem informações sobre os...

  8. Estudo de indicadores de prescrição, Interações medicamentosas e Classificação de risco ao feto em prescrições de gestantes da cidade de Mirassol – São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Antônia da Cruz Furini

    2009-12-01

    Full Text Available O uso racional de medicamentos é indispensável para garantir a qualidade e eficácia de um tratamento medicamentoso. Diante disto, a utilização de medicamentos durante a gestação deve ser analisada e acompanhada minuciosamente para minimizar os riscos e possíveis conseqüências ao feto e à gestante. Foram analisadas 100 receitas medicamentosas para gestantes, internadas no Hospital e Maternidade Mãe do Divino Amor na Providência de Deus do município de Mirassol, SP, utilizando os indicadores de prescrição propostos pela OMS, análise de interação medicamentosa por programas informatizados e pela literatura, classificação dos medicamentos encontrados segundo a classificação da segurança do fármaco durante a gravidez prescrita pelo Food and Drug Administration (FDA a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME e a Classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC. Na análise dos indicadores de prescrição, nas 100 receitas avaliadas, encontrou-se a média de 2,6 medicamentos por prescrição; 21,5% de medicamentos prescritos pelo nome genérico; 40% delas contendo antibiótico; 59,4% com pelo menos um medicamento injetável e 58 % de medicamentos prescritos, presentes na Lista de Medicamentos Padronizados. Quanto à análise de interações medicamentosas, observa-se a prescrição do antibiótico cefalexina com o antiinflamatório cetoprofeno. Portanto, considerando-se os resultados obtidos no estudo e na revisão da literatura, sugerese que as prescrições de medicamentos neste hospital para gestantes sejam melhor avaliadas segundo riscobenefício, visando à minimização dos efeitos adversos desnecessários, tanto maternos como fetais. Palavras-Chave: Indicadores. Prescrição. Gestantes. Medicamentos.

  9. Prevención de la transmisión materno-infantil del VIH en gestantes y madres awajún y wampis de la región Amazonas en Perú

    OpenAIRE

    Huamán, Byelca; Estrategia Sanitaria de Prevención y Control de ITS, VIH/SIDA y hepatitis B. Ministerio de Salud. Lima, Perú. Licenciada, magíster en Epidemiología; Gushiken, Alfonso; Instituto Nacional de Salud. Lima, Perú. médico, magíster en salud pública; Benites, Carlos; Hospital Nacional Arzobispo Loayza. Lima, Perú. médico cirujano; Quiroz, Fabiola; UNICEF, Perú. licenciado magíster en salud pública; García-Fernández, Lisset; Estrategia Sanitaria de Prevención y Control de ITS, VIH/SIDA y hepatitis B. Ministerio de Salud. Lima, Perú. médico, magíster en salud pública

    2017-01-01

    RESUMEN Objetivos Identificar las barreras que limitan el cumplimiento de las medidas de prevención de la transmisión materno-infantil (TMI) del VIH, en comunidades indígenas de la región Amazonas en Perú. Materiales y métodos Investigación cualitativa con enfoque fenomenológico. Se realizaron entrevistas semiestructuradas a gestantes y madres de niños menores de un año de las comunidades indígenas awajún y wampis diagnosticadas con VIH durante el 2014-2015. Resultados Participaron 15 d...

  10. Auto-estima e fatores associados em gestantes da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil Self-esteem and associated factors in pregnant women in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle de Souza Dias

    2008-12-01

    Full Text Available O estudo tem como objetivo mensurar a auto-estima e fatores associados em gestantes atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. É do tipo transversal, tendo-se entrevistado 560 gestantes nos meses de maio a novembro de 2006, nos ambulatórios e enfermarias dos hospitais universitários e do centro de atendimento da Prefeitura Municipal. Dentre as gestantes atendidas, 62,9% receberam o diagnóstico de alto-risco. Para avaliação da auto-estima foi utilizada a escala de Rosenberg. Na amostra total a média de pontos na escala foi de 9,2 e o desvio-padrão de 4,6. As variáveis associadas positiva e significativamente com auto-estima foram idade, nível de escolaridade e nível econômico. Já as variáveis percepção de risco à saúde do bebê e número de gestações mostraram-se associadas negativamente à auto-estima. Além disso, as gestantes com condição gestacional de alto-risco têm uma auto-estima mais elevada quando comparadas com as de baixo-risco.This study analyzes self-esteem and associated factors in pregnant women treated by the Unified National Health System (SUS in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil. Using a cross-sectional design, 560 pregnant women were interviewed from May to November 2006. The interviews were held in specific locations like University outpatient clinics and hospital wards and a center run by the city government. A full 62.9% were diagnosed as high-risk pregnancies. Mean self-esteem according to the Rosenberg scale was 9.2 (SD = 4.6. Variables showing a positive, significant association with self-esteem were age, schooling, and income. Perception of risk to the unborn infant's health and parity were both negatively associated with maternal self-esteem. These high-risk pregnant women also showed higher self-esteem than low-risk pregnant women.

  11. Therapeutic HIV Peptide Vaccine

    DEFF Research Database (Denmark)

    Fomsgaard, Anders

    2015-01-01

    Therapeutic vaccines aim to control chronic HIV infection and eliminate the need for lifelong antiretroviral therapy (ART). Therapeutic HIV vaccine is being pursued as part of a functional cure for HIV/AIDS. We have outlined a basic protocol for inducing new T cell immunity during chronic HIV-1...... infection directed to subdominant conserved HIV-1 epitopes restricted to frequent HLA supertypes. The rationale for selecting HIV peptides and adjuvants are provided. Peptide subunit vaccines are regarded as safe due to the simplicity, quality, purity, and low toxicity. The caveat is reduced immunogenicity...

  12. Avaliação dos dados do cartão de pré-natal e registro da rotina prevista na assistência pré-natal de baixo risco em uma coorte de gestantes em Belo Horizonte

    OpenAIRE

    Juliana Moraes Carrilho

    2014-01-01

    A adequação da atenção pré-natal é relevante para redução das taxas de mortalidade materna e perinatal, sendo fundamental a integração das informações nos diferentes níveis de atenção à gestante. Este estudo teve como objetivo principal avaliar a completude dos dados dos cartões de pré-natal apresentados por uma coorte de gestantes admitidas em dois hospitais universitários de Belo Horizonte, conforme rotina prevista pelo MS e o protocolo da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH), para ...

  13. Comparação entre a frequência de positividade do questionário T-ACE entre mães de recém-nascidos de termo e prematuros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inês Maria Crespo Gutierrez Pardo

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivos: os objetivos deste estudo foram verificar a frequência de positividade do T-ACE questionário durante a gravidez de mães de recém-nascidos prematuros comparados com as de termo, e avaliar a associação de álcool referido pelo teste com o tabagismo materno e paterno. Métodos: estudo tipo observacional, transversal, com recrutamento de forma sequencial de 142 puérperas de uma maternidade pública. Foram aplicados: entrevista para coleta de dados clínicos e sociodemográficos e T-ACE questionário. Os recém-nascidos de termo e prematuros destas mulheres foram avaliados em relação ao peso, comprimento e perímetro cefálico ao nascimento. Estudo aprovado pelo comitê de Ética local e a participação das mulheres foi mediante assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. A análise dos dados foi realizada usando o programa SPSS, sendo adotado nível de significância de 5%. Resultados: das puérperas entrevistadas 21,1% foram consideradas consumidoras de álcool pelo T-ACE questionário. Quando divididas entre puérperas de partos de termo e prematuros, encontraram-se 21% de positividade do T-ACE teste no grupo de termo e 21,3% no grupo dos prematuros (p = 0,98. Houve importante associação entre positividade do T-ACE questionário e tabagismo materno e paterno durante a gestação (p = 0,04. Conclusões: cerca de duas em cada dez gestantes apresentaram teste T-ACE positivo, sem diferença entre o grupo de parto de termo e prematuros. A associação encontrada entre o consumo de álcool e fumo durante a gravidez sugere a importância do rastreamento rotineiro do T-ACE questionário, tendo em vista que esses dois agentes potencializam efeitos adversos no feto.

  14. Baixa autoestima situacional em gestantes: uma análise de acurácia Baja autoestima situacional en gestantes: un análisis de acurácia Situational low self-esteem in pregnant women: an analysis of accuracy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Carolle Bezerra Cavalcante

    2012-12-01

    Full Text Available Para investigar a acurácia de características definidoras do diagnóstico Baixa autoestima situacional, realizou-se um estudo transversal, com 52 gestantes atendidas num centro de atendimento familiar. Utilizou-se a taxonomia da NANDA-I e a escala de Rosenberg. O diagnóstico esteve presente em 32,7% das gestantes e todas as características apresentaram associação estatística com o diagnóstico, exceto "Relata verbalmente desafio situacional ao seu próprio valor". As características com maior sensibilidade foram "Comportamento indeciso" e "Expressões de desamparo" (82,35%. Já as características "Expressões de sentimento de inutilidade" e "Relata verbalmente desafio situacional atual ao seu próprio valor" apresentaram maior especificidade (94,29%. Tais resultados podem contribuir com a prática de enfermagem, pois a identificação de características acuradas é fundamental para uma inferência segura.Para investigar la acurácia de características definidoras del diagnostico Baja autoestima situacional, desarrollamos un estudio transversal, con 52 gestantes atendidas en un centro familiar. La taxonomía NANDA-I y la escala de Rosenberg fueron utilizadas. El diagnostico estaba presente en 32.7% de las mujeres y todas las características fueron estadísticamente significativas, a menos que "Informa verbalmente desafío situacional a su valor propio". Las características "Comportamiento incierto" y "Expresiones de abandono" tuvieron 82.35% de sensibilidad. Las características "Expresiones de sentimientos de inutilidad" y "Informa verbalmente desafío situacional a su valor propio" fueron las más específicas, con 94.29% de especificidad. Estos resultados pueden contribuir con la práctica de enfermería porque la identificación de características acuradas es esencial para una inferencia diagnostica segura.To investigate the accuracy of defining characteristics of Situational low self-esteem we developed a cross-sectional study

  15. Entre palabra, escritura e imagen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Sánchez Parga

    2015-01-01

    Full Text Available Plantea el autor que, hace quinientos años, cuando se produjo el encuentro entre la cultura europea y las americanas junto con la conquista y la dominación colonial se instauró un régimen de comunicación en el que se reprodujo una situación de incomunicación y transcomunicaciones hasta ahora existentes. Se refiere el autor también a la violencia verbal y la ley del silencio, a lo que se entiende por mundo andino, a la comunicación como intercambio, la tradición oral-galaxia radial, la dominación gráfica, la Biblia-Gramática- leyes de Indias, Otavalo, quema de papeles, Guamán Poma, el imperialismo de la imagen, destrucción de ídolos, imagen cristiana colonizadora, imperialismo de la imagen, resistencia cultural, importancia de la virgen y el neocolonialismo electrónico.

  16. HIV and Hepatitis C

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV and Opportunistic Infections, Coinfections, and Conditions Home Understanding ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV and Hepatitis C Last Reviewed: July 25, 2017 ...

  17. HIV/AIDS Basics

    Science.gov (United States)

    ... Partner Spotlight Awareness Days Get Tested Find an HIV testing site near you. Enter ZIP code or ... AIDS Get Email Updates on AAA Anonymous Feedback HIV/AIDS Media Infographics Syndicated Content Podcasts Slide Sets ...

  18. HIV and Tuberculosis (TB)

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV and Opportunistic Infections, Coinfections, and Conditions Home Understanding ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV and Tuberculosis (TB) Last Reviewed: June 14, 2018 ...

  19. HIV and Hepatitis B

    Science.gov (United States)

    ... AIDS Drugs Clinical Trials Apps skip to content HIV and Opportunistic Infections, Coinfections, and Conditions Home Understanding ... 4 p.m. ET) Send us an email HIV and Hepatitis B Last Reviewed: July 24, 2017 ...

  20. Thrombocytopenia in HIV

    African Journals Online (AJOL)

    2007-06-15

    infected community and can severely hamper thrombopoietin production, due to liver damage. HIV and platelets. Thrombocytopenia in HIV was first described in 1982. The prevalence is more or less 40%, depending on which ...

  1. HIV Resistance Testing

    Science.gov (United States)

    ... 14, 2016 Select a Language: Fact Sheet 126 HIV Resistance Testing WHAT IS RESISTANCE? HOW DOES RESISTANCE ... ARVs. If you miss doses of your medications, HIV will multiply more easily. More mutations will occur. ...

  2. HIV: Treatment and Comorbidity

    NARCIS (Netherlands)

    C. Rokx (Casper)

    2016-01-01

    markdownabstractClinicians worldwide strive to improve HIV care for their patients. Antiretroviral therapy prevents HIV related mortality and is lifelong. A clinical evaluation of these treatment strategies is necessary to identify strategies that may jeopardize treatment effectiveness and patient

  3. Testing for HIV

    Science.gov (United States)

    ... Medical Devices Radiation-Emitting Products Vaccines, Blood & Biologics Animal & Veterinary Cosmetics Tobacco Products Vaccines, Blood & Biologics Home Vaccines, Blood & Biologics Safety & Availability (Biologics) HIV Home Test Kits Testing for HIV Share Tweet Linkedin Pin it More ...

  4. Pregnancy and HIV

    Science.gov (United States)

    ... 17, 2014 Select a Language: Fact Sheet 611 Pregnancy and HIV HOW DO BABIES GET AIDS? HOW CAN WE ... doses due to nausea and vomiting during early pregnancy, giving HIV a chance to develop resistance The risk of ...

  5. The HIV Airway

    African Journals Online (AJOL)

    Adele

    dren living with HIV/AIDS. Annual national antenatal surveil- lance shows an HIV prevalence of 26.5% among pregnant women. Anaesthetists are confronted with an increasing number of HIV infected patients, presenting for both emergency and elective sur- gery. They range from having asymptomatic infection to end stage.

  6. HIV/AIDS

    Science.gov (United States)

    ... Key populations are groups who are at increased risk of HIV irrespective of epidemic type or local context. They include: men who have sex with men, ... HIV testing and counselling; HIV treatment and care; risk-reduction ... management of STIs, tuberculosis and viral hepatitis. Elimination of ...

  7. HIV Antibody Test

    Science.gov (United States)

    ... 65 in the case of the USPSTF) and pregnant women be screened for HIV at least once. The CDC and American College ... to make sure she is not infected with HIV before getting pregnant may opt to get tested (see Pregnancy: HIV .) ...

  8. Entre contener y ser contenido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Morales Meneses

    2016-08-01

    Full Text Available El presente artículo propone una nueva manera de entender los elementos comunes en la formación y el hacer del diseño y de la arquitectura, posibilitando un pensar común y un coactuar en diversas escalas de intervención, necesarias para el manejo de la complejidad del paisaje contemporáneo. La convicción de un pensar común entre ambas disciplinas permite explorar un marco filosófico que incluye a pensadores tan trascendentales como Aristóteles, Kant y Heidegger, estableciendo un orden de pensamiento que los relaciona y sitúa. En momentos en que el territorio está siendo visible y negativamente afectado por elementos no pensados o que fueron imaginados separadamente, este artículo propone una mirada que le dé sentido de totalidad a las acciones del diseño y de la arquitectura, como elementos que permanentemente se contienen en otros de diferente escala, pero que siempre están vinculados. Reconocer el paisaje físico y mental, tangible e intangible que contiene al diseño y a la arquitectura contribuirá a establecer un marco de acción donde todos los elementos construidos por el ser humano puedan tener un rol específico y una escala asumida, e intercomprenderse para mejor utilización de los recursos, disminuir el impacto ambiental y contribuir a un orden social mejor interpretado por los objetos, espacios y sus representaciones.

  9. Impacto do monitoramento telefônico de gestantes na prevalência da prematuridade e análise dos fatores de risco associados em Piracicaba, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogerio Antonio Tuon

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: Objetivou-se verificar o impacto do monitoramento telefônico na prevalência da prematuridade e identificar os fatores de risco associados ao parto prematuro através de estudo transversal, de universo de gestantes monitoradas nos anos de 2010, 2011 e 2012 (n = 2.739. Utilizou-se estimação de modelos de regressão logística múltipla hierarquizada, considerando permanência no modelo p ≤ 0,05. A prevalência de prematuridade foi de 8,34% nas gestantes monitoradas e de 10,18% nas não monitoradas (p = 0,0058, sendo inversamente proporcional ao número de monitoramentos (p < 0,0001. As variáveis associadas foram: idade materna menor que 19 anos, antecedentes de dois ou mais filhos mortos, gestação múltipla, diabetes e hipertensão arterial, menor número de monitoramentos telefônicos, atividades laborais em pé e/ou carga de peso, fumo, número de consultas pré-natal, sem ultrassonografia, diabetes gestacional, gravidez múltipla e anomalia fetal. Com custos baixos, a estratégia demonstrou ser efetiva na redução da ocorrência do parto prematuro.

  10. HIV antibodies for treatment of HIV infection.

    Science.gov (United States)

    Margolis, David M; Koup, Richard A; Ferrari, Guido

    2017-01-01

    The bar is high to improve on current combination antiretroviral therapy (ART), now highly effective, safe, and simple. However, antibodies that bind the HIV envelope are able to uniquely target the virus as it seeks to enter new target cells, or as it is expressed from previously infected cells. Furthermore, the use of antibodies against HIV as a therapeutic may offer advantages. Antibodies can have long half-lives, and are being considered as partners for long-acting antiretrovirals for use in therapy or prevention of HIV infection. Early studies in animal models and in clinical trials suggest that such antibodies can have antiviral activity but, as with small-molecule antiretrovirals, the issues of viral escape and resistance will have to be addressed. Most promising, however, are the unique properties of anti-HIV antibodies: the potential ability to opsonize viral particles, to direct antibody-dependent cellular cytotoxicity (ADCC) against actively infected cells, and ultimately the ability to direct the clearance of HIV-infected cells by effector cells of the immune system. These distinctive activities suggest that HIV antibodies and their derivatives may play an important role in the next frontier of HIV therapeutics, the effort to develop treatments that could lead to an HIV cure. Published 2017. This article is a U.S. Government work and is in the public domain in the USA.

  11. Representação de gestantes tabagistas sobre o uso do cigarro: estudo realizado em hospital do interior paulista Representaciones de embarazadas fumadoras sobre uso del cigarrillo: estudio realizado en hospital cerca de la ciudad de São Paulo Representation of pregnant smokers on cigarette use: a study carried out at a hospital in the interior of the state of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Possato

    2007-09-01

    Full Text Available Este estudo objetivou apreender as representações de gestantes tabagistas sobre o uso de cigarro. Utilizou-se como referencial teórico a Teoria das Representações Sociais. Para análise dos dados, construiu-se o Discurso do Sujeito Coletivo. Das 27 mulheres entrevistadas, 18 possuíam primeiro grau completo, oito, o segundo grau completo e uma, ensino superior; 14 tinham união estável, seis eram casadas. Quatro temas emergiram: 1 o início do hábito de fumar: prática social e natural; 2 satisfação versus culpa; 3 uma bomba: efeitos do cigarro na gestação; 4 cessação: entre o querer e o poder. Apreendeu-se representação negativa do cigarro, considerado o pior dos vícios e potencial causador de complicações feto-maternas. O tabagismo foi representado de maneira preconceituosa, desconsiderando a existência e necessidade de tratamento. Emergiram dificuldades relativas à cessação, trazendo a necessidade de ajuda profissional, para informações, abordagem e tratamento adequados e apoio para que se alcance êxito.El objetivo fue aprehender representaciones de gestantes fumadoras sobre el uso del cigarrillo. Se utilizó la Teoría de las Representaciones Sociales. Para análisis de los datos, se construyó el Discurso del Sujeto Colectivo. De las 27 mujeres entrevistadas, 18 tenían el primero grado completo, 8 el segundo grado completo y una, la educación más alta; 14 tenían unión estable, 6 estaban casadas. Cuatro temas emergieron: 1 inicio del hábito de fumar: práctica social y natural; 2 satisfacción versus culpa; 3 una bomba: efectos de l cigarrillo en la gestación y 4 cesación: entre el querer y el poder. Se manifestaron los negativos del cigarrillo, considerado el peor de los vicios y potencial causador de complicaciones feto-maternas. El tabaquismo fue representado de manera prejuzgada, desconsiderando la existencia y necesidad de tratamiento. Emergieron dificultades hacia la cesación y necesidad de ayuda

  12. Niveles de hemoglobina en gestantes atendidas en establecimientos del Ministerio de Salud del Perú, 2011 Hemoglobin levels in pregnant women seen in health care centers of the peruvian ministry of health, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar Munares-García

    2012-09-01

    Full Text Available Objetivos. Determinar los niveles de hemoglobina y la prevalencia de anemia en gestantes atendidas en los establecimientos del Ministerio de Salud a nivel nacional. Materiales y métodos. Estudio transversal donde se analizó la base de datos del Sistema de Información del Estado Nutricional del Niño menor de 5 años y de la Gestante (SIEN. Se incluyó 287 691 registros de gestantes evaluadas en establecimientos del Ministerio de Salud del Perú en 2011, se analizaron los niveles de hemoglobina corregida a la altura, edad, edad gestacional, altitud a nivel del mar y prevalencia de anemia (leve, moderada y grave. Se aplicaron estadísticas descriptivas y chi cuadrado. Resultados. La prevalencia a nivel nacional de anemia en la gestante fue de 28,0% siendo anemia leve de 25,1%, moderada de 2,6% y grave de 0,2%. Los niveles de hemoglobina son mayores en mujeres con mayor edad y menores durante los primeros meses de gestación, la frecuencia de anemia decrece con la altitud. Asimismo, la prevalencia es mayor en departamentos de la sierra. Huancavelica fue el departamento con mayor prevalencia de anemia (53,6%, seguido de Puno con 51,0%. Conclusiones. Los niveles de hemoglobina son mayores conforme la edad materna es mayor, y menores conforme el trimestre de gestación y altitud. Huancavelica tiene la mayor prevalencia de anemia en gestantesObjectives. Determine hemoglobin levels and prevalence of anemia in pregnant women seen in health care centers of the Ministry of Health at national level. Materials and methods. Cross-cut study where the database of the Information System on the Nutritional Health of Children under 5 and Pregnant Women (SIEN were analyzed. 287 691 records of pregnant women examined at the health care centers of the Peruvian Ministry of Health in 2011 were included, hemoglobin levels corrected by height, age, gestational age, altitude and prevalence of anemia (light, moderate and serious were analyzed. Descriptive statistics and

  13. Atenção odontológica à gestante: papel dos profissionais de saúde Dental treatment of pregnant women: the role of healthcare professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimar Aparecida Britto Codato

    2011-04-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa realizada com gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS e de serviços privados que objetivou identificar a percepção dessas mulheres sobre o papel dos profissionais de saúde em relação à atenção odontológica durante a gravidez, cujos dados foram coletados por meio de entrevistas gravadas, semiestruturadas por roteiro de questões e analisados por meio de análise de conteúdo temática. Concluiu que alguns profissionais de saúde alimentam e proferem mitos e medos sobre atenção odontológica e saúde bucal relacionados ao período gestacional. Evidenciou-se a necessidade de investimentos em educação sobre odontologia e gravidez, tanto em nível de graduação como de pósgraduação, porque tais conhecimentos podem contribuir com a revisão de conceitos e, por conseguinte, nas condutas manifestas ante essa parcela da população.The scope of this article involved qualitative research conducted together with pregnant women attended by the Brazilian Unified Health System (SUS and private services, seeking to identify the perception of these women on the role of health professionals in relation to dental care during pregnancy. The data were collected through recorded, semi-structured interviews based on a questionnaire and analyzed by assessment of thematic content. It was noted that some health professionals propagate and reinforce misconceptions and fears about dental care and oral health during pregnancy. The need for investment in education on dental care during pregnancy, both at undergraduate and graduate level, was clearly revealed, since knowledge on the subject can contribute to a review of concepts, and consequently the manifest behavior vis-à-vis this segment of the population.

  14. Correlación inversa entre Carga Viral y recuento de Linfocitos t cd4 entre pacientes VIH/Sida atendidos en un hospital distrital de Bogotá.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elkin Lemos-Luengas

    2013-03-01

    Full Text Available Antecedente: Se realizó un seguimiento en los niveles plasmáticos de VIH-1 (Carga Viral o CV y el número de linfocitos T CD4 (LTCD4, importantes como predictores independientes de progresión del VIH-1 a enfermedad oportunista o a la muerte. En la población colombiana existe una información limitada sobre la correlación CV y recuento de linfocitos T CD4. Objetivos: Describir la correlación inversa entre CV y LTCD4 en una cohorte de pacientes con infección por VIH/SIDA, admitidos en el programa especial de un hospital distrital de Bogotá entre marzo de 2009 y enero de 2011. Metodología: Estudio descriptivo longitudinal en donde se tomaron 102 pacientes con antecedente de VIH positivo y SIDA. Se describen los valores de la primera y última CV y LTCD4, los cuales fueron analizados con una correlación lineal de mínimos cuadrados ordinarios para estimar su asociación. Se aplicaron pruebas estadísticas como el estadístico F y T, con el fin de validar la significancia estadística del análisis Resultados: Se tomaron 102 pacientes VIH positivos. De este grupo, 72% eran hombres (73 pacientes y 28% mujeres (29 pacientes, se incluyeron madres gestantes. Con respecto a la orientación sexual, en un 21% no se encontró información; de aquellos en quienes se encontró información, 59% eran heterosexuales y del otro grupo, 41% eran lesbianas, homosexuales, (gays, bisexuales y transgeneristas (LGBT. Se encontró que por cada aumento en un logaritmo de la carga viral, el conteo de CD4 disminuye en promedio 63 linfocitos (p< 0.05 IC 95%. Conclusión: Existe una correlación lineal estadísticamente significativa, de proporcionalidad inversa entre el logaritmo base 10 de la carga viral y el conteo de linfocitos CD4.

  15. Caracterización de los factores de riesgo en gestantes con hipertensión gestacional y crónica en un área de salud Characterization of the risk factors present in pregnant with chronic and gestational hypertension in a health area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yuselis Torres Sánchez

    2009-09-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: los trastornos hipertensivos de la gestación constituyen una de las complicaciones más frecuentes que causan morbimortalidad materno-fetal, por lo que la reducción de su prevalencia e incidencia es una prioridad. Para enfrentar este reto se debe tener un enfoque médico integral en la atención preconcepcional y concepcional a la mujer, que condicione una mejor calidad de vida. OBJETIVO: describir la tendencia que han tenido estos trastornos en los últimos 4 años (2004-2007, y los factores de riesgo que con más frecuencia se presentaron. MÉTODOS: se diseñó un estudio observacional analítico transversal utilizando un universo de estudio de 25 gestantes con trastornos hipertensivos de la gestación del área de salud "Dr. Antonio Pulido Humarán". RESULTADOS: la hipertensión gestacional y la hipertensión arterial crónica tuvieron una tendencia ascendente en su prevalencia en el período 2004-2007. La obesidad, el tabaquismo, las inadecuadas condiciones socioeconómicas, la no suplementación de folatos, entre otras, constituyeron los factores de riesgo más frecuentes.INTRODUCTION: pregnancy hypertensive disorders are one of the more frequent complications causing morbidity and mortality in mother-fetus, where decrease of its prevalence and incidence is a priority. To confront this challenge we must to have a integral medical approach on woman pre-conception and conception care to achieve a better quality of life.] OBJECTIVE: to describe trend of these disorders during past 4 years (2004-2007, and the more frequent risk factors. METHODS: authors designed a cross-sectional, analytical and descriptive study using a cohort of 25 pregnant with hypertensive disorders related to this condition from "Dr. Antonio Pulido Humarán" health area. RESULTS: pregnancy hypertension and chronic high blood pressure had a rising trend in its prevalence during 2004-2007. Obesity, smoking, and the inappropriate socioeconomic conditions, the

  16. Correlates of HIV infection among people visiting public HIV ...

    African Journals Online (AJOL)

    Correlates of HIV infection among people visiting public HIV counseling and testing clinics in Mpumalanga, ... Background: HIV voluntary counselling and testing (VCT) reduces high-risk sexual behaviour. ... AJOL African Journals Online.

  17. HIV/AIDS in Women - Multiple Languages

    Science.gov (United States)

    ... medicines and women - HIV medicines, part 7 - English MP3 HIV medicines and women - HIV medicines, part 7 - 简体中文 (Chinese, Simplified (Mandarin dialect)) MP3 HIV medicines and women - HIV medicines, part 7 - ...

  18. Risco de suicídio em gestantes de alto risco: um estudo exploratório Risk of suicide in high risk pregnancy: an exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Rosana Guerra Benute

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o risco para comportamento suicida em gestantes de alto risco em um hospital público de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizada entrevista semiestruturada com questionário previamente elaborado com cada uma das participantes (n = 268. O risco para suicídio foi identificado por meio da versão em português do PRIME-MD. RESULTADOS: A média de idade foi de 29 anos (SD = 0,507 e 30 semanas gestacionais (SD = 0,556. Constatou-se risco específico para suicídio em 5% (n = 14 do total da amostra. Destas gestantes, 85% têm relacionamento estável (casada ou amasiada, em 50% dos casos a gestação foi planejada, 71% têm religião e não exercem atividade profissional. Quando correlacionados os dados de estado civil, planejamento da gestação, idade, escolaridade, atividade profissional, risco de prematuridade e religião com risco para suicídio, constatou-se que ter uma religião apresentou significância estatística (p = 0,012. Não foram encontradas associações positivas para nenhum dos outros itens selecionados, quando comparados com o risco para suicídio. Ao correlacionar o risco de suicídio com os demais sintomas característicos de depressão maior, observou-se significância estatística em relação à insônia ou hipersonia (p = 0,003, fadiga ou perda de energia (p = 0,001, diminuição ou aumento do apetite (p = 0,005, menor interesse nas atividades diárias (p = 0,000, humor deprimido (p = 0,000, sentimento de inutilidade ou culpa (p = 0,000, diminuição da concentração (p = 0,002, agitação ou retardo psicomotor (p = 0,002. CONCLUSÃO: Observou-se que a religião pode ser um fator protetor com relação ao comportamento suicida. Além de propiciar uma rede social de apoio da qual as mulheres necessitam no período gravídico, as religiões apoiam as crenças na vida após a morte e em um Deus amoroso, propiciando objetivos a vida e autoestima e fornecendo modelos de enfrentamento de crises. Os resultados

  19. Case Report: HIV test misdiagnosis

    African Journals Online (AJOL)

    Case Study: HIV test misdiagnosis 124. Case Report: HIV ... A positive rapid HIV test does not require ... 3 College of Medicine - Johns Hopkins Research Project, Blantyre,. Malawi ... test results: a pilot study of three community testing sites.

  20. HIV/AIDS and Alcohol

    Science.gov (United States)

    ... Psychiatric Disorders Other Substance Abuse HIV/AIDS HIV/AIDS Human immunodeficiency virus (HIV) targets the body’s immune ... and often leads to acquired immune deficiency syndrome (AIDS). The U.S. CDC reported that in 2015, 39, ...

  1. Living with HIV/AIDS

    Science.gov (United States)

    ... destroying the white blood cells that fight infection. AIDS stands for acquired immunodeficiency syndrome. It is the final stage of infection with HIV. Not everyone with HIV develops AIDS. Infection with HIV is serious. But thanks to ...

  2. HIV, AIDS, and the Future

    Science.gov (United States)

    Skip Navigation Bar Home Current Issue Past Issues HIV / AIDS HIV, AIDS, and the Future Past Issues / Summer 2009 ... turn Javascript on. Photo: The NAMES Project Foundation HIV and AIDS are a global catastrophe. While advances ...

  3. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... hiv-aids-101/statistics/ . Reference Centers for Disease Control and Prevention, Division of HIV/AIDS Prevention, National ... not just injection) can put a person at risk for getting HIV. Drug and alcohol intoxication affect ...

  4. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... What are HIV and AIDS? HIV (human immunodeficiency virus) is the virus that causes AIDS (acquired immune deficiency syndrome). AIDS ... but no cure, at the present time. The virus (HIV) and the disease it causes (AIDS) are ...

  5. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... the Link - Drugs and HIV Learn the Link - Drugs and HIV Email Facebook Twitter 2005 –Ongoing Behaviors ... GA: CDC, DHHS. Retrieved November 2017. How are Drug Misuse and HIV Related? Drug misuse and addiction ...

  6. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... Consequences of Drug Misuse Hepatitis (Viral) HIV/AIDS Mental Health Military Opioid Overdose Reversal with Naloxone (Narcan, ... hiv-aids-101/statistics/ . Reference Centers for Disease Control and Prevention, Division of HIV/AIDS Prevention, National ...

  7. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... can suppress the virus and prevent or decrease symptoms of illness. To learn about current statistics of HIV in the United States, please visit: https://www.aids.gov/hiv-aids-basics/hiv-aids-101/statistics/ . ...

  8. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... please visit: https://www.aids.gov/hiv-aids-basics/hiv-aids-101/statistics/ . Reference Centers for Disease ... About HIV/AIDS. ( https://www.cdc.gov/actagainstaids/basics/whatishiv.html ). Atlanta, GA: CDC, DHHS. Retrieved November ...

  9. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... causes (AIDS) are often linked and referred to as "HIV/AIDS." HIV can be transferred between people ... years, HIV is no longer a death sentence, as it was when the epidemic began. This is ...

  10. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... of HIV infection in the United States. Drugs can change the way the brain works, disrupting the ... linked and referred to as "HIV/AIDS." HIV can be transferred between people if an infected person's ...

  11. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... the spread of HIV infection in the United States. Drugs can change the way the brain works, ... about current statistics of HIV in the United States, please visit: https://www.aids.gov/hiv-aids- ...

  12. Drugs + HIV, Learn the Link

    Medline Plus

    Full Text Available ... in the spread of HIV infection in the United States. Drugs can change the way the brain works, ... learn about current statistics of HIV in the United States, please visit: https://www.aids.gov/hiv-aids- ...

  13. El papel de los estresores y las condiciones de estado civil para explicar la depresión y el estrés en adolescentes gestantes

    OpenAIRE

    Lucía del Carmen Quezada Berumen; Mónica Teresa González Ramírez

    2012-01-01

    Este estudio identificó la relación entre depresión, estrés y número de estresores enfrentados por adolescentes primigestas bajo distintas condiciones de estado civil. Correspondió a un estudio no experimental, transversal y exploratorio; la muestra estuvo compuesta por 82 adolescentes primigestas entre 15 y 19 años, a quienes se les aplicaron el Inventario de Depresión de Beck, la Escala de Estrés Percibido y el Cuestionario de Sucesos Vitales. Los resultados del análisis de ecuaciones estru...

  14. El papel de los estresores y las condiciones de estado civil para explicar la depresión y el estrés en adolescentes gestantes

    OpenAIRE

    Quezada Berumen, Lucía del Carmen; González Ramírez, Mónica Teresa

    2012-01-01

    Este estudio identicó la relación entre depresión, estrés y número de estresores enfrentados por adolescentes primigestas bajo distintas condiciones de estado civil. Correspondió a un estudio no experimental, transversal y exploratorio; la muestra estuvo compuesta por 82 adolescentes primigestas entre 15 y 19 años, a quienes se les aplicaron el Inventario de Depresión de Beck, la Escala de Estrés Percibido y el Cuestionario de Sucesos Vitales. Los resultados del análisis de ecuaciones estruct...

  15. Patpong, entre sexe et commerce.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sébastien Roux

    2010-03-01

    Full Text Available Le tourisme dit « sexuel » est aujourd’hui décrié comme une forme de tourisme international immoral, un dysfonctionnement grave de la mondialisation appelant une réaction politique contre « l’exploitation sexuelle » dont seraient victimes des millions de femmes et d’enfants. Pourtant, derrière l’apparente évidence du « tourisme sexuel » comme expression de sens commun, rares sont les enquêtes qui explicitent la réalité concrète des échanges prostitutionnels. En adoptant une démarche ethnographique, l’article décrit le fonctionnement de Patpong, un quartier rouge de Bangkok dédié à une clientèle internationale. Par la description des offres disponibles, des revenus générés, des codes et des pratiques, la complexité de l’espace réapparaît. Il s’agit de donner à voir la réalité des échanges pour interroger l’articulation entre commerce et sexualité. L’analyse ethnographique du tourisme sexuel permet ainsi de souligner la diversité des pratiques et de rappeler que les formes les plus visibles — et les plus commentées — d’échanges prostitutionnels éclipsent trop souvent une pluralité d’expériences qui participe pourtant au succès de ces ruelles mondialement connues. So-called sex tourism is condemned as an immoral form of international tourism, a serious failure of globalization requiring political action against the “sexual exploitation” suffered by millions of women and children. Yet behind the common and seemingly evident understanding of “sexual tourism,” few studies have focused on the actual reality of such relations. Based on an ethnographic study, this article presents the structure of Patpong, a red-light district of Bangkok dedicated to international tourism. First, the article aims to briefly present the historical development of Patpong. This peculiar space is intrinsically linked to sex tourism, as these world-renowned streets expanded since the mid-60s to

  16. Análise de custo-efetividade do parto vaginal espontâneo e da cesariana eletiva para gestantes de risco habitual no Sistema Único de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Piovezan Entringer

    2018-05-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste estudo foi realizar uma análise de custo-efetividade do parto vaginal espontâneo comparado à cesariana eletiva, sem indicação clínica, para gestantes de risco habitual, sob a perspectiva do Sistema Único de Saúde. Um modelo de decisão analítico foi desenvolvido e incluiu a escolha do tipo de parto e consequências clínicas para mãe e recém-nascido, da internação para o parto até a alta hospitalar. A população de referência foi gestantes de risco habitual, feto único, cefálico, a termo, subdivididas em primíparas e multíparas com uma cicatriz uterina prévia. Os dados de custos foram obtidos de três maternidades públicas, duas situadas no Rio de Janeiro e uma em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Foram identificados custos diretos com recursos humanos, insumos hospitalares, custos de capital e administrativos. As medidas de efetividade foram identificadas com base na literatura científica. O estudo evidenciou que o parto vaginal é mais eficiente para gestantes primíparas, com menor custo (R$ 1.709,58 que a cesariana (R$ 2.245,86 e melhor efetividade para três dos quatro desfechos avaliados. Para multíparas, com uma cicatriz uterina prévia, a cesariana de repetição foi custo-efetiva para os desfechos morbidade materna evitada, ruptura uterina evitada, internação em UTI neonatal evitada e óbito neonatal evitado, mas o resultado não foi suportado pela análise de sensibilidade probabilística. Para o desfecho óbito materno não houve diferença de efetividade e o trabalho de parto se mostrou com o menor custo. Este estudo pode contribuir para a gestão da atenção perinatal, ampliando medidas que estimulem o parto adequado de acordo com as características da população.

  17. Uso do ultrassom para determinação do nível de punção lombar em gestantes Uso del ultrasonido para determinación del nivel de punción lumbar en embarazadas Use of the ultrasound to determine the level of lumbar puncture in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovani de Figueiredo Locks

    2010-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Para determinar o nível vertebral para punção lombar, utiliza-se uma linha imaginária que une as cristas ilíacas. Essa linha cruza a coluna vertebral no nível L4 ou no espaço L4-L5. Essa referência anatômica pode ser inexata em grande proporção de pacientes. Este estudo teve como objetivo determinar se há diferença na determinação do espaço vertebral L3-L4 pelo exame físico quando comparado ao ultrassom em gestantes obesas e não obesas. MÉTODO: Foram estudadas pacientes adultas submetidas à cesariana eletiva sob raquianestesia. As pacientes foram analisadas em dois grupos: obesas e não obesas. Com a paciente na posição sentada, foi determinado pelo exame físico o espaço vertebral L3-L4. Em seguida, foi executada a ultrassonografia da região lombar. Houve a identificação do osso sacro e o transdutor foi dirigido em direção cranial para identificar os processos espinhosos das vértebras lombares. Foi registrado qual nível vertebral havia sido estimado clinicamente como L3-L4. RESULTADOS: Foram incluídas 90 pacientes, sendo 43 não obesas e 47 obesas. Em todas as pacientes, foi possível a determinação dos espaços vertebrais lombares por meio da ultrassonografia. Os espaços vertebrais identificados como L3-L4 ao exame físico corresponderam aos estimados como L3-L4 pelo ultrassom em 53% e 49% nos grupos não obesas e obesas, respectivamente. Não houve diferença significativa entre os grupos. CONCLUSÕES: As percentagens de acerto na identificação do espaço vertebral L3-L4 em gestantes obesas e não obesas são baixas. A ultrassonografia da coluna vertebral pode reduzir o erro de determinação do espaço vertebral L3-L4 em gestantes obesas e não obesas.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Para determinar el nivel vertebral para la punción lumbar, se utiliza una línea imaginaria que une las crestas ilíacas. Esa línea cruza la columna vertebral en el nivel L4 o en el espacio L4-L5. Esa

  18. Travelling with HIV

    DEFF Research Database (Denmark)

    Nielsen, Ulla S; Jensen-Fangel, Søren; Pedersen, Gitte

    2014-01-01

    BACKGROUND: We aimed to describe travel patterns, extent of professional pre-travel advice and health problems encountered during travel among HIV-infected individuals. METHODS: During a six-month period a questionnaire was handed out to 2821 adult HIV-infected individuals attending any...... of the eight Danish medical HIV care centers. RESULTS: A total of 763 individuals responded. During the previous two years 49% had travelled outside Europe; 18% had travelled less and 30% were more cautious when choosing travel destination than before the HIV diagnosis. Pre-travel advice was sought by only 38......%, and travel insurance was taken out by 86%. However, 29%/74% did not inform the advisor/the insurance company about their HIV status. Nearly all patients on highly active antiretroviral therapy (HAART) were adherent, but 58% worried about carrying HIV-medicine and 19% tried to hide it. Only 19% experienced...

  19. Parenting and HIV.

    Science.gov (United States)

    Rochat, Tamsen; Netsi, Elena; Redinger, Stephanie; Stein, Alan

    2017-06-01

    With the widespread use of antiretroviral therapy and successful prevention of mother-to-child transmission the development of HIV-negative children with HIV-positive parents has become an important focus. There is considerable evidence that children's developmental risk is heightened because a parental HIV-diagnosis is associated with a range of potential problems such as depression, stigma and financial difficulties. Up to a third of children in sub-Saharan Africa (SSA) are cared for by an HIV-positive parent or caregiver. We review the mechanisms by which HIV affects parenting including its negative effects on parental responsiveness in the early years of parenting and parental avoidant coping styles and parenting deficits in the later years. We describe low-cost parenting interventions suited for low resourced HIV endemic settings. Copyright © 2017. Published by Elsevier Ltd.

  20. HIV and Neurocognitive Dysfunction

    OpenAIRE

    Spudich, Serena

    2013-01-01

    The spectrum of HIV-associated neurocognitive disorder (HAND) has been dramatically altered in the setting of widely available effective antiretroviral therapy (ART). Once culminating in dementia in many individuals infected with HIV, HAND now typically manifests as more subtle, though still morbid, forms of cognitive impairment in persons surviving long-term with treated HIV infection. Despite the substantial improvement in severity of this disorder, the fact that neurologic injury persists ...

  1. Pregnancy and HIV infection

    OpenAIRE

    Mete Sucu; Cihan Cetin; Mehmet Ozsurmeli; Ghanim Khatib; Ceren Cetin; Cuneyt Evruke

    2016-01-01

    The management of Human Immunodeficiency Virus (HIV) infection is progressing rapidly. In developed countries, the perinatal transmission rates have decreased from 20-30% to 1-2% with the use of antiretroviral therapy and cesarean section. Interventions for the prevention of prenatal transmission has made the prenatal care of pregnant patients with HIV infection more complex. Rapid development of standard care and continuing increase in the distribution of HIV infection has required clinician...

  2. Paediatric HIV infection.

    Science.gov (United States)

    Scarlatti, G

    1996-09-28

    By the year 2000 there will be six million pregnant women and five to ten million children infected with HIV-1. Intervention strategies have been planned and in some instances already started. A timely and cost-effective strategy needs to take into account that most HIV-1 infected individuals reside in developing countries. Further studies are needed on immunological and virological factors affecting HIV-1 transmission from mother to child, on differential disease progression in affected children, and on transient infection.

  3. Language and HIV communication

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lynn VA

    2017-09-01

    Full Text Available Vickie A LynnDepartment of Community and Family Health, College of Public Health, University of South Florida, Tampa, FL, USAI am writing to comment on Kontomanolis et al’s recent article entitled “The social stigma of HIV-AIDS: society’s role”.1 Although I applaud the authors for writing about this important topic and I wholeheartedly agree that HIV-related stigma is devastating to women living with HIV, I want to point out that using stigmatizing language when writing an article about HIV-related stigma is counterproductive.View the original paper by Kontomanolis and colleagues.

  4. Concentraciones de yodo en orina y en sal de consumo en mujeres entre 12 a 49 años del Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Tarqui-Mamani

    Full Text Available Objetivos. Determinar las concentraciones de yodo en orina y sal de consumo en mujeres entre 12 a 49 años en Perú. Materiales y métodos. Se realizó un estudio observacional y transversal. Durante el 2012 y 2013, se incluyó mujeres entre 12 a 49 años residentes en los hogares peruanos seleccionadas mediante un muestreo probabilístico, estratificado y multietápico. La determinación de yodo en orina se realizó por espectrofotometría basada en la reacción de Sandell-Kolthoff. La evaluación cualitativa de yodo en sal se realizó por yoditest y la cuantitativa por volumetría. El procesamiento se realizó mediante muestras complejas con ponderaciones. Se obtuvo medianas, rango intercuartílico y percentiles. Resultados. La mediana de yoduria en las participantes fue 250,4 ug/L; los departamentos con medianas de yoduria elevadas fueron: Moquegua (389,3 ug/L; Tacna (320,5 ug/L; Madre de Dios (319,8 ug/L, y Ucayali (306,0 ug/L; mientras que Puno (192,9 ug/L; Piura (188,1 ug/L y Tumbes (180,5 ug/L tuvieron medianas dentro de lo recomendado por la OMS. La mediana de yoduria en gestantes fue 274,6 ug/L (RIQ: 283 ug/L. El 82,5% de las muestras de sal tuvieron yodo ≥30 ppm y 1,9% tuvo valores de 0 ppm. Conclusiones. La mediana de yoduria en las mujeres peruanas está por encima de lo recomendado por la OMS y la mayoría de las muestras de sal tuvieron concentraciones adecuadas de yodo según la OMS

  5. Avaliação nutricional antropométrica de gestantes brasileiras: uma revisão sistemáti