WorldWideScience

Sample records for hepatite infecciosa canina

  1. Hepatite D

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca José Carlos Ferraz da

    2002-01-01

    Full Text Available O vírus da hepatite D (VHD, também chamado de vírus delta, é um pequeno vírus contendo RNA circular. O VHD causa infecção, quando há coinfecção com o vírus da hepatite B (VHB em indivíduos normais ou superinfecção em portadores crônicos do VHB. Três genótipos já foram clonados e seqüenciados. A infecção apresenta distribuição mundial, sendo a região ocidental da Amazônia brasileira considerada área de alta endemicidade. Estima-se que 18 milhões de pessoas encontram-se infectadas pelo vírus entre os 350 milhões de portadores crônicos do VHB no mundo. As vias de transmissão do VHD e os fatores de risco mostram-se similares aos da infecção pelo VHB. O diagnóstico se faz pela identificação imuno-histológica do HDAg no fígado e pelo encontro das frações IgM e IgG anti-HD no soro por radioimunoensaio ou ELISA. O curso clínico da infecção pelo VHD mostra-se variável. Os pacientes podem apresentar formas fulminantes de hepatite. As formas crônicas associam-se a achados histopatológicos graves no fígado, com curso rápido e progressivo, evoluindo para cirrose, insuficiência hepática e morte. O interferon alfa constitui a única opção terapêutica com algum efeito benéfico no tratamento da hepatite. O transplante hepático encontra indicação nos casos terminais de cirrose. A profilaxia indireta da infecção pelo VHD tornou-se possível com o advento da vacina contra o vírus da hepatite B.

  2. Hepatite E Hepatitis E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raymundo Paraná

    2002-06-01

    Full Text Available O vírus da hepatite E (VHE é o segundo vírus de transmissão fecal-oral com hepatotropismo confirmado, após o vírus da hepatite A. As grandes epidemias de hepatite das décadas de 50 e 60 na Índia foram causadas pelo VHE. Observaram-se surtos da infecção na África Central, América Latina, Oriente Médio e Repúblicas independentes da ex-União Soviética. O quadro clínico da doença assemelha-se ao de outras hepatites virais. Não há casos descritos de hepatite E crônicas. Cerca de 20% das mulheres que adquirem a doença durante a gravidez desenvolvem formas graves, com insuficiência hepática fulminante. Confirma-se o diagnóstico quando se encontra no soro anticorpos (método de ELISA das classes IgM (fase aguda e/ou IgG (curados. O imunoblot e o PCR-RNA podem ser usados quando necessário. Não há tratamento específico. O uso de imunoglobulina hiperimune tem sido aconselhado por alguns autores. A prevenção se faz pelos cuidados higiênicos e dietéticos habituais. Não há vacina eficaz contra a doença.Hepatitis E virus (HEV is the second most frequent hepatotropic virus transmitted via fecal-oral route, following closely behind hepatitis A virus. The great epidemics of hepatitis described during the 50s and 60s, in India, were caused by this virus. Epidemic bursts have also been described in Central Africa, Latin America, Middle East and in the independent Republics of the ex-Soviet Union. The clinical features of the disease do not differ from those reported for other viral hepatitides. There have been no cases of chronic hepatitis E reported. Around 20% of women infected during pregnancy develop a severe form of hepatitis which courses to liver failure. Diagnosis of hepatitis is confirmed when antibodies (using ELISA of the IgM class (acute phase and/or IgG (infected and cured are found in the serum. Immunoblot and PCR-RNA may be used as necessary. There is no specific treatment for hepatitis E. Hyperimmune serum has

  3. Cirurgia na endocardite infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FILGUEIRAS Carlos Luiz

    1997-01-01

    Full Text Available A endocardite infecciosa continua com alta mortalidade, apesar de sofisticados meios diagnósticos e terapêuticos. Mesmo com o uso de novos antibióticos, a sua evolução continua muitas vezes desfavorável, levando o paciente ao óbito ou a lesões incapacitantes. A operação deve ser realizada precocemente para evitar a alta mortalidade com o tratamento clínico isolado. Este estudo avalia o tratamento cirúrgico de pacientes com endocardite infecciosa e complicações de alto risco. Foram realizadas 63 operações cardíacas para tratar as complicações em pacientes com endocardite infecciosa, no HSE-RJ, entre maio de 1982 a outubro de 1995. Trinta e dois (62,3% pacientes apresentavam doença cardíaca prévia ou prótese valvar. A doença reumática foi encontrada em 24 (38,1% pacientes. Febre, sopros e insuficiência cardíaca estavam presentes em 100% dos casos. A ecocardiografia revelou a presença de vegetações ou destruição valvar em todos os casos. A cultura das valvas e a hemocultura foram positivas em 10 (15,6% e 29 (38,1% casos, respectivamente. O critério para o tratamento cirúrgico foi a insuficiência cardíaca intratável em 57 (90,5% casos, embolia sistêmica em 29 (46,0% pacientes e infecção persistente em 24 (38,1% casos. Foram implantadas 51 próteses mecânicas e 22 biopróteses. A valvulectomia tricúspide foi realizada em 4 pacientes. A mortalidade cirúrgica foi de 17,5% e todos os pacientes sobreviventes permaneceram em classe funcional I ou II, sem infecção.

  4. Hepatite C Hepatitis C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Strauss

    2001-02-01

    Full Text Available Estima-se que cerca de 3% da população mundial esteja infectada pelo vírus da hepatite C. Todos os que receberam transfusão de sangue ou seus componentes e os usuários de drogas podem estar infectados. Procedimentos odontológicos, médicos, tatuagem ou acupuntura também constituem fatores de risco. A infecção se cronifica em até 85% dos indivíduos, com evolução assintomática durante anos ou décadas e apresentação clínica variada. Para o diagnóstico, a determinação do anti-VHC revela-se muito sensível e a confirmação se faz pela determinação do RNA-VHC no sangue; o estadiamento da doença e a avaliação da atividade inflamatória pela biópsia hepática. O tratamento objetiva deter a progressão da doença hepática através da inibição da replicação viral. Devido à baixa eficácia terapêutica aliada a importantes efeitos colaterais do interferon e da ribavirina, esses medicamentos encontram indicações e contra-indicações específicas. Vários fatores preditivos de resposta ao tratamento, principalmente a carga viral e o genótipo do VHC, mostram-se úteis na avaliação dos pacientes.It has been estimated that 3% of the world population is infected with the hepatitis C virus. Those who are blood product recipients or have been illicit drug users are at risk. Dental and medical procedures as well as tattooing and acupuncture are also risk factors. Chronic infection occurs in up to 85% of infected cases but they may remain without symptoms during years or even decades, and clinical presentation varies. Determination of anti-HCV in sera is a fairly sensitive tool for the diagnosis, and confirmation requires the identification of HCV-RNA. Staging of the liver disease as well as definition of its present activity can be graded by liver biopsy. The aim of treatment is to stop the progression of the hepatic disease by inhibiting viral replication. Due to the low therapeutic efficacy combined with important side

  5. Endocarditis infecciosa activa: 152 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucía R. Kazelian

    2012-04-01

    Full Text Available La endocarditis infecciosa es una enfermedad de baja incidencia que en las últimas décadas mostró modificaciones respecto de su presentación, posibilidad diagnóstica y tratamiento. A pesar de estos avances, la mortalidad hospitalaria sigue siendo muy elevada. Nuestro objetivo fue analizar las características de los pacientes con endocarditis infecciosa activa y su relación con la mortalidad hospitalaria a lo largo de 16 años. Se realizó un registro prospectivo entre 1994 y 2010 de pacientes ingresados con endocarditis. Se analizaron características clínicas, evolución y tratamiento y se registraron los eventos intrahospitalarios. Ingresaron 152 pacientes, 64.5% varones, edad 45 ± 16 años, las causas más frecuentes de cardiopatía de base fueron: congénita 32 (21% y reumática 20 (13.2%. Los motivos de internación fueron síndrome febril 116 (76.3% e insuficiencia cardíaca 61 (40.1%. Se identificó el agente infeccioso en 106 (69.7% de los casos, el más frecuente fue Streptococcus viridans. El ecocardiograma mostró vegetaciones en 123 (80.9% de los pacientes y 88 (57.8% presentaron complicaciones durante su internación, siendo la más frecuente la insuficiencia cardíaca. Se indicó tratamiento quirúrgico en 96 (63.1% de los casos, fundamentalmente por insuficiencia cardíaca en 66. La mortalidad hospitalaria global fue 46 (30.2%. El desarrollo de complicaciones en la internación, la indicación de cirugía y la presencia de insuficiencia cardíaca refractaria al tratamiento fueron predictores independientes de mortalidad hospitalaria, mientras que la presencia de vegetaciones resultó un predictor independiente de mejor supervivencia. La identificación temprana de estos predictores descriptos podría ayudar a mejorar los resultados.

  6. Regulaciones para el transporte de sustancias infecciosas

    OpenAIRE

    Casquero, José

    2005-01-01

    Para el propósito de transporte, se define como sustancia infecciosa, aquellas que son conocidas o razonablemente esperadas que contengan patógenos (bacterias, virus, rickettsias, parásitos, hongos, y priones)

  7. Epidemia de hepatite veiculada por gamaglobulina contaminada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio Ferreira Morgado

    1982-12-01

    Full Text Available Os autores estudaram uma epidemia de Hepatite B em uma instituição localizada no bairro de São Cristovão na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Ocorreu um total de 35 casos: 30 entre os funcionários da instituição e cinco entre familiares de funcionários. Todos os casos foram considerados de hepatite aguda benigna; apenas dois não tiveram icterícia. Clinicamente, chamou-lhes a atenção um importante envolvimento articular: artralgias intensas, com grande restrição dos movimentos, durante o período de incubação e que regrediram completamente logo que a icterícia tornou-se evidente. A distribuição cronológica foi típica de infecção simultânea em fonte única. A investigação epidemiológica revelou que essa fonte foi um produto terapêutico derivado do sangue humano: gamaglobulina. As injeções foram feitas com seringas descartáveis e, ironicamente, com o objetivo de prevenir hepatite. Em dois dias de aplicação, cerca de 120 funcionários receberam a injeção de gamaglobulina, entre os quais 27 desenvolveram hepatite. O período de incubação médio foi de 116 dias. 0 Ag HB, testado em 26 pacientes, foi positivo em 12 (46,2%; oito pacientes com tempo de doença inferior a duas semanas, foram todos positivos. O surto epidêmico ocorreu em condições que caracterizaram um estudo experimental, não planejado, em seres humanos. Os autores estudaram, além do surto epidêmico de São Cristovão, oito casos vinculados ao serviço hospitalar onde trabalhavam. Esses casos apresentaram características que os distinguiram dos casos de hepatite comumente all tratados. Todos os pacientes eram de elevada classe social, com o antecedente de terem tomado injeção de gamaglobulina, da mesma procedência daquela que originou o surto epidêmico de São Cristovão. Nesses casos o período de incubação médio foi de 106 dias. Seis dos oito pacientes foram testados para o Ag HB, que foi positivo em cinco. Onze partidas da

  8. Hepatite fulminante na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferraz da Fonseca

    2004-01-01

    Full Text Available O autor faz uma revisão e atualização sobre os resultados das pesquisas envolvendo a hepatite de Lábrea e outras hepatites fulminantes da Amazônia ocidental brasileira, com ênfase nas características epidemiológicas, clínicas e histopatológicas e na etiologia viral, como os vírus das hepatites B e D. O potencial envolvimento de alguns outros vírus hepatotrópicos é considerado.

  9. ANTIMICROBIAL ACTIVITY OF ROSA CANINA FLOWERS AGAINST SELECTED MICROORGANISMS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katarína Rovná

    2015-02-01

    Full Text Available Rosa canina flowers were screened against various plant pathogenic microbial strains to study the antimicrobial properties of the plant. Ethanolic and methanolic extracts of flowers were screened applying agar well diffusion method against two Gram-negative bacteria including Escherichia coli CCM 3988 and Pseudomonas aeruginosa CCM 1960 and three microscopic filamentous fungi strains Aspergillus niger, Fusarium culmorum and Alternaria alternata, respectively. The best antimicrobial effect of ethanolic extract of Rosa canina flowers was found against Pseudomonas aeruginosa and the best antimicrobial effect of methanolic extract of Rosa canina flowers was found against Escherichia coli.

  10. Descarte de bolsas de sangue e prevalência de doenças infecciosas em doadores de sangue da Fundação Pró-Sangue/Hemocentro de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salles Nanci A.

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a evolução, de 1991 a 2001, do descarte sorológico na Fundação Pró-Sangue/Hemocentro de São Paulo, o maior banco de sangue da América Latina, e verificar a prevalência de doenças infecciosas entre doadores dessa instituição no ano de 2001. MÉTODOS: Foram compilados os dados de descarte sorológico relativos aos anos de 1991 a 2001. Para determinar a prevalência de doenças infecciosas, foram analisadas 9 942 amostras triadas em novembro de 2001, sendo as amostras reativas submetidas a testes confirmatórios. RESULTADOS: Foi encontrada uma diminuição percentual significativa de descarte, de 20% em 1991 para 9% em 2001. A prevalência de doenças infecciosas entre doadores em 2001 foi de 0,04% para vírus da imunodeficiência humana (VIH; 0,21% para vírus da hepatite C (VHC; 0,06% para vírus T-linfotrópico humano (HTLV; para vírus da hepatite B (VHB, as prevalências foram de 0,14% para anti-HBc + HBsAg, 1,68% para anti-HBc + anti-HBs e 1,67% para anti-HBc isolado; 1,10% para sífilis; e 0,14% para doença de Chagas. CONCLUSÃO: A diminuição no descarte e a prevalência de doenças infecciosas entre doadores da Fundação Pró-Sangue/Hemocentro de São Paulo em 2001 refletem o aumento na porcentagem de doadores de repetição nesse banco de sangue.

  11. Superfície ocular e hepatite C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Lopes Rodrigues Gomes

    2011-04-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar os resultados dos testes utilizados para o diagnóstico de olho seco em portadores do vírus da hepatite C, e verificar se há relação entre a duração conhecida da doença e a intensidade das alterações da superfície ocular. MÉTODOS: Foram avaliados 25 pacientes portadores do vírus da hepatite C não tratados e 29 indivíduos com testes sorológicos negativos para hepatite C. Nos dois grupos, foi realizada a mesma sequência de exames: biomicroscopia, teste de cristalização da lágrima, tempo de ruptura do filme lacrimal, avaliação da córnea com fluoresceína, teste de Schirmer I, avaliação da córnea e conjuntiva com corante rosa bengala e estesiometria da córnea. Os pacientes também foram questionados com relação ao tempo conhecido de infecção pelo vírus da hepatite C. RESULTADOS: O grupo com hepatite C apresentou valor menor que o encontrado nos indivíduos sem hepatite C, no teste de Schirmer I tanto para o olho direito (p=0,0162 como esquerdo (p=0,0265. Para o tempo de ruptura do filme lacrimal verificou-se média inferior no grupo com hepatite C nos dois olhos; porém, a diferença apresen tou significância estatística apenas no olho esquerdo (p=0,0007, não sendo detectada diferença no olho direito (p=0,0793. Com relação ao dano presente na superfície ocular, verificado pela pontuação no teste de coloração com rosa bengala, observou-se média superior no grupo com hepatite, tanto no olho direito (p=0,0008 como esquerdo (p=0,0034. Os valores obtidos na medida da sensibilidade corneal dos pacientes infectados evidenciaram que a sensibilidade da córnea encontra-se alterada em comparação com a do grupo controle. O teste de cristalização do filme lacrimal não demonstrou diferenças entre ambos os grupos. Não houve correlação entre tempo de infecção pelo vírus e intensidade das alterações. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que a hepatite C é causa de olho seco. Os mecanismos

  12. Endocardite infecciosa causada por Eikenella corrodens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cardoso Juliano Novaes

    2005-01-01

    Full Text Available Os microorganismos do grupo HACEK (Haemophilus spp, Actinobacillus actinomycetemcomitans, Cardiobacterium hominis, Eikenella corrodens e Kingella kingae são responsáveis por 3% dos casos de endocardites. Eles apresentam propriedades clínicas e microbiológicas semelhantes entre si: são bacilos gram-negativos, isolados mais facilmente em meios aeróbicos, suas culturas necessitam de tempo prolongado de incubação para crescimento (média 3,3 dias e podem ser considerados como parte da flora normal do trato respiratório superior e da orofaringe1,2. Algumas características foram identificadas nas endocardites por esses agentes, como o quadro clínico insidioso¹, diagnóstico difícil pela natureza fastidiosa e culturas negativas3,4. A endocardite por Eikenella corrodens foi descrita pela primeira vez em 1972(5 e continua sendo um agente etiológico raro. Relatamos o caso de uma paciente com valva nativa que apresentou endocardite infecciosa causada por Eikenella corrodens.

  13. Effect of ethanolic extract of Rosa canina on some serum ...

    African Journals Online (AJOL)

    The aim of the present study was to investigate the effect ethanolic extract of Rosa canina on some serum biochemical factors of diabetic male rats. Thirty two (32) male Wistar rats weighting 200 – 250 grams in 4 groups (control, diabetic control, diabetics + 250mg/kg/day extract, diabetics + 500 mg/kg/day extract) were used.

  14. Phenols, essential oils and carotenoids of Rosa canina from Tunisia ...

    African Journals Online (AJOL)

    The antioxidant activity of leaf extracts of Rosa canina from diverse localities of Tunisia were evaluated by ABTS and DPPH methods, whereas in those of essential oils and carotenoids extracts such activity was determined only by the ABTS method. Total phenols determined by the Folin method revealed that at Aindraham, ...

  15. Brazilian canine hepatozoonosis Hepatozoonose canina brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Helena O'Dwyer

    2011-09-01

    Full Text Available The genus Hepatozoon includes hundreds of species that infect birds, reptiles, amphibians and mammals, in all continents with tropical and subtropical climates. Two species have been described in domestic dogs: H. canis, reported in Europe, Asia, Africa, South America and the United States; and H. americanum, which so far has only been diagnosed in the United States. In Brazil, the only species found infecting dogs is H. canis. The objective of this review was to detail some aspects of canine hepatozoonosis, caused by H. canis, and the main points of its biology, transmission, pathogenicity, symptoms, epidemiology and diagnostic methods, with emphasis on research developed in Brazil.O gênero Hepatozoon compreende centenas de espécies que infectam aves, répteis, anfíbios e mamíferos, em todos os continentes de clima tropical e subtropical. No cão doméstico duas espécies são descritas, H. canis e H. americanum; a primeira presente na Europa, Ásia, África, América do Sul e nos Estados Unidos da América do Norte (EUA, e a segunda, diagnosticada até o momento somente nos EUA. No Brasil, a espécie que infecta o cão foi caracterizada como H. canis. Esta revisão objetiva detalhar alguns aspectos da hepatozoose canina, causada pelo H. canis e principais pontos de biologia, transmissão, patogenia e sintomas, epidemiologia e métodos de diagnóstico, enfatizando as pesquisas desenvolvidas no Brasil.

  16. Prevenção das hepatites virais através de imunização Viral hepatitis prevention by immunization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Targa Ferreira

    2006-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar uma revisão atualizada e crítica da prevenção das hepatites virais A e B, através de imunização. FONTE DOS DADOS: Revisão de artigos médicos obtidos através do banco de dados MEDLINE, sendo selecionados os mais atuais e representativos do tema (2000-2006. Foram também pesquisados os sites do Centers for Disease Control and Prevention (CDC e American Academy of Pediatrics (AAP, da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP e do Ministério da Saúde do Brasil. SÍNTESE DOS DADOS: A prevenção das hepatites virais é um enorme desafio para o sistema de saúde pública dos países e das comunidades médica e científica. Os vírus das hepatites ocasionam importante morbimortalidade no mundo, causando doença hepática aguda e crônica. Vacinas altamente eficazes estão disponíveis no mercado para prevenir novas infecções pelos vírus A e B. Entretanto, as hepatites virais A e B continuam a estar entre as doenças preveníveis por vacinas mais comumente notificadas. Neste artigo, revisamos as vacinas usadas para prevenir essas infecções com o objetivo de expandir o conhecimento e o uso da prevenção dessas doenças infecciosas. CONCLUSÃO: Embora as vacinas contra as hepatites A e B sejam recomendadas para vários grupos de risco, a cobertura vacinal estimada ainda é modesta e existem muitas oportunidades perdidas de vacinação. Para que haja diminuição na incidência das hepatites A e B, duas doenças preveníveis por vacinas, é necessário que os médicos incentivem seus pacientes a receber as vacinas.OBJECTIVE: To present an updated review and criticism of viral hepatitis A and B prevention by immunization. SOURCES OF DATA: Review of medical articles obtained from the MEDLINE database. The most recent and representative articles on the subject (2000-2006 were selected. The Centers for Disease Control and Prevention (CDC, American Academy of Pediatrics (AAP, Brazilian Society of Pediatrics and Brazilian

  17. Leishmaniose visceral canina no Rio de Janeiro - Brasil

    OpenAIRE

    Marzochi,Mauro Célio de A.; Sérgio Gomes Coutinho; Paulo Chagastelles Sabroza; Miguel Alves de Souza; Pelágio Parigot Medeiros de de Souza; Luciano Toledo; Rangel Filho,Francisco B.

    1985-01-01

    No recente e mais meridional foco endêmico de leishmaniose visceral do Brasil, associado à presença de Lutzomyia longipalpis e a infecção canina, os autores discutem a importância do cão doméstico como reservatório natural da infecção, assim como sumarizam os achados epidemiológicos, clínicos, parasitológicos e terapêuticos da doença canina observados no Município do Rio de Janeiro, Brasil.Based on the recent and most southernly endemic focus of visceral leishmaniasis in Brazil, associated wi...

  18. Avaliação Laboratorial de Anticorpos Contra o Vírus da Hepatite C em Voluntários Imunizados contra a Hepatite B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina de Santana Garcia

    2015-12-01

    Full Text Available Considerando que (1 após a imunização contra o HBV é possível detectarmos níveis séricos de anti-HBc e anti-HBSag, (2 a infecção pelo HBV ocorre, principalmente, através de contato sexual, sendo mais freqüentemente associada com os vírus das hepatites tipos A, B, C e Delta com evolução para doenças hepática crônica e (3 a definição do agente infeccioso responsável pela hepatite C (diagnóstico etiológico é dada através da investigação do marcador sorológico Anti-HCV, este trabalho apresentou como objetivo investigar, através de ensaio de ELISA, a possível reação cruzada de anticorpos contra o vírus da Hepatite C em voluntários imunizados contra a Hepatite B. Assim, neste estudo, selecionamos 20 voluntários (ambos os sexos imunizados contra o vírus da hepatite B e que relataram não serem portadores do vírus da hepatite C. Em amostras de soro, foi realizada, através de ensaio imunoenzimático (ELISA, a pesquisa de anticorpos IgM contra o vírus da hepatite C. A análise laboratorial revelou que todos os voluntários selecionados não foram capazes de produzir anticorpos contra o vírus da hepatite C quando submetidos à imunização contra o vírus da hepatite B. Este estudo mostra que a imunização contra o vírus da hepatite B realizada na Rede Pública de Saúde é, exclusivamente, capaz de produzir resposta imune humoral somente contra este agente viral e não permite a estimulação de anticorpos inespecíficos.

  19. The influence of the human genome on chronic viral hepatitis outcome A influência do genoma humano no curso das hepatites virais crônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dahir Ramos de Andrade Júnior

    2004-06-01

    Full Text Available The mechanisms that determine viral clearance or viral persistence in chronic viral hepatitis have yet to be identified. Recent advances in molecular genetics have permitted the detection of variations in immune response, often associated with polymorphism in the human genome. Differences in host susceptibility to infectious disease and disease severity cannot be attributed solely to the virulence of microbial agents. Several recent advances concerning the influence of human genes in chronic viral hepatitis B and C are discussed in this article: a the associations between human leukocyte antigen polymorphism and viral hepatic disease susceptibility or resistance; b protective alleles influencing hepatitis B virus (HBV and hepatitis C virus (HCV evolution; c prejudicial alleles influencing HBV and HCV; d candidate genes associated with HBV and HCV evolution; d other genetic factors that may contribute to chronic hepatitis C evolution (genes influencing hepatic stellate cells, TGF-beta1 and TNF-alpha production, hepatic iron deposits and angiotensin II production, among others. Recent discoveries regarding genetic associations with chronic viral hepatitis may provide clues to understanding the development of end-stage complications such as cirrhosis or hepatocellular carcinoma. In the near future, analysis of the human genome will allow the elucidation of both the natural course of viral hepatitis and its response to therapy.Os mecanismos que determinam o clearance ou a persistência da infecção viral nas hepatites virais crônicas não estão ainda bem identificados. O progresso no conhecimento sobre as ferramentas genéticas moleculares tem permitido detectar variações na resposta imune, que freqüentemente são associadas com polimorfismos do genoma humano. As diferenças na susceptibilidade do hospedeiro para as doenças infecciosas e a intensidade das doenças não podem ser atribuídas apenas à virulência do agente microbiano. Neste

  20. Antioxidant activity and α-amylase inhibitory potential of Rosa canina L

    African Journals Online (AJOL)

    In this study, Rosa canina was investigated for the antioxidant and α-amylase inhibition activities. Materials and Methods: Methanolic extract of Rosa canina was investigated for its potential antioxidant activity. The extracts' total phenolic and flavonoid contents and scavenging capacity for free radicals were evaluated.

  1. Doença hepática aguda e edema palpebral persistente associados à mononucleose infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Ayres de A. Scattolin

    2007-05-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo relatar e discutir o caso clínico de um paciente portador de mononucleose infecciosa, tendo como manifestação inicial edema palpebral seguido de hepatopatia aguda e icterícia. Descrição - J.F.G.F., masculino, cinco anos, com histórico de sete dias de edema bipalpebral, conjuntivas hiperemiadas, cansaço, anorexia, febre moderada, vômitos e dor abdominal em hipocôndrio direito. Há um dia passou a apresentar icterícia, urina escura, exantema urticariforme, febre de 39,5ºC e diarréia, tendo sido internado para rehidratação e investigação diagnóstica. Ao exame físico de entrada, apresentava-se abatido, estado geral comprometido, FC: 96, FR: 30, febril, PA: 110x 60 mmHg, descorado +/4+, desidratado de 2º grau, eupnéico e ictérico ++, infartamento ganglionar assimétrico generalizado, mais acentuado em região cervical posterior. Sem alterações ao exame cardíaco e pulmonar. Abdômen distendido, doloroso à palpação, fígado a 4 cm e baço a 2,5 cm. A avaliação laboratorial revelou Hb: 10,1 g/dL, leucocitose moderada com acentuada linfocitose e atipia linfocitária evidente, ALT: 179 U/L, AST: 232 U/L, LDH: 2.103 U/L e bilirrubinas: total 6,7 mg/Dl (direta 4,9 mg/dL, urina tipo I com bilirrubinas ++ e ultra-som de abdômen com hepatoesplenomegalia inespecífica. As sorologias para toxoplasmose citomegalovírus, hepatite foram negativas e para o vírus Epstein-Barr (EBV reagente: IgG: 108 UA/mL, e IgM 28 UA/mL. Após hidratação parenteral e antitérmico, o paciente evoluiu com a melhora dos parâmetros clínicos e laboratoriais. Discussão - Estima-se, atualmente, que 50% das crianças menores de cinco anos já apresentaram infecção pelo EBV. Vários agentes causam lesão hepática aguda. Entre os vírus ressalta-se os das hepatites, entretanto, pode ocorrer hepatopatia aguda por outras causas virais, entre elas, mononucleose e citomegalia. Sabe-se que a hepatomegalia ocorre em 10% a 20

  2. Complicaciones neurológicas de la endocarditis infecciosa: controversias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico A. Silva, MD., MSc

    2011-07-01

    Full Text Available En la endocarditis infecciosa aguda se describen complicaciones neurológicas entre 20% y 40% de los casos, lo cual representa un importante factor que predice morbimortalidad, secuelas y discapacidad. Esta entidad se caracteriza por un amplio espectro clínico debido a su compleja fisiopatología, que involucra entre otros, fenómenos inflamatorios, inmunes, infecciosos y embólicos. A pesar de la notable frecuencia de las complicaciones neurológicas en la endocarditis infecciosa, dadas especialmente por enfermedad cerebrovascular y neuroinfecciones, aun existen controversias acerca de algunos aspectos diagnósticos y terapéuticos, en parte por la poca evidencia disponible, las cuales se discuten a continuación, a partir de una serie de casos atendidos en la Fundación Cardiovascular de Colombia.

  3. Endocarditis infecciosa de válvula pulmonar nativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franco Romaní R

    2007-04-01

    Full Text Available La endocarditis infecciosa en válvulas derechas es predominantemente en la válvula tricuspídea, mientras la válvula pulmonar es excepcionalmente afectada (menos de 1,5%, por lo que son pocos los casos reportados en la literatura mundial. Las manifestaciones clínicas de endocarditis en válvula pulmonar no son las clásicas de endocarditis infecciosa, como son los síntomas de embolismo séptico pulmonar. La endocarditis aislada de válvula pulmonar nativa es inusual en personas que no consumen drogas intravenosas. Se presenta el caso de un paciente varón con diabetes mellitus tipo 2 y sin otro factor predisponente.

  4. Doenças infecciosas emergentes e reemergentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Vinicius da Silva

    2007-05-01

    Full Text Available Nos últimos anos tem sido observada a explosão mundial de doenças infecciosas emergentes como a síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids e a síndrome pulmonar por hantavírus (SPHV, além de velhas e reemergentes doenças como a tuberculose, a cólera, a difteria, a peste, a febre amarela, a dengue e a malária. Essas doenças infecciosas emergentes surgiram recentemente numa população ou, já existiam, mas sofreram rápido aumento na incidência ou na extensão geográfica e acometem tanto aos humanos como aos animais.

  5. Hepatoprotective effect of Rosa canina fruit extract against carbon tetrachloride induced hepatotoxicity in rat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heibatollah Sadeghi

    2016-03-01

    Full Text Available Objective: The present study was conducted to investigate the hepatoprotective activity of hydro-ethanolic fruit extract of Rosa canina (R. canina against carbon tetrachloride (CCl4-induced hepatotoxicity in rats. Methods: Male Wistar albino rats were randomly divided into six groups of 8 animals of each, including control, toxic (CCl4, R. canina 250, 500, and 750 mg/kg + CCl4 and R. canina 750 mg/kg alone. R. canina (p.o., daily and CCl4 (1 ml/kg twice a week, 50% v/v in olive oil, i.p. were administered to animals for six weeks. Serum analysis was performed to assay the levels of aspartate aminotransferase (AST, alanine amino transaminase (ALT, alkaline phosphatase (ALP, albumin (ALB, total protein (TP and malondialdehyde (MDA. Biochemical observations were also supplemented with histopathological examination (haematoxylin and eosin staining of liver section.Results: Hepatotoxicity was evidenced by considerable increase in serum levels of AST, ALT, ALP, and lipid peroxidation (MDA and decrease in levels of ALB and TP. Injection of CCL4 also induced congestion in central vein, and lymphocyte infiltration. Treatment with hydro-alcoholic fruit extract of R. canina at doses of 500 and 750 mg/kg significantly reduced CCl4-elevated levels of ALT, AST, ALP and MDA (p

  6. A hepatite B e os movimentos migratórios no Estado de Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José Dutra Souto

    2004-01-01

    Full Text Available A hepatite B é a principal causa de doença hepática na Amazônia, sendo um de seus maiores problemas de saúde pública. A partir dos anos 70, intensificou-se a migração para o sul da Amazônia. No norte do Estado de Mato Grosso, Brasil, foram identificados surtos de hepatite B comunitária e alta prevalência de seus marcadores entre os migrantes após meses da chegada. Análise de subtipos do antígeno de superfície do virus sugere que os migrantes trouxeram o agente infeccioso de suas regiões de origem. Fatores ambientais e comportamentais provavelmente facilitaram a rápida disseminação do vírus da hepatite B nessas comunidades. Dados mais recentes demonstram que a manutenção de vacinação e vigilância nas regiões mais acometidas está diminuindo a incidência da infecção. O aumento do número de casos de hepatite delta entre os portadores do vírus B no norte do Estado de Mato Grosso começa a ser detectado, provavelmente resultante do maior contato com os Estados vizinhos, que têm alta prevalência de hepatite delta.

  7. CHARACTERIZATION OF ENDOPHYTIC MICROFLORA OF ROSA CANINA FRUITS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katarína Rovná

    2015-02-01

    Full Text Available There aren’t a lot of studies about the bacterial communities associated with the Rosa canina and the aim of this study was to characterize endophytic bacteria from fruit of Rosa canina. The fruits of R. canina, which is growing wild in Slovakia, were collected in May 2013 from four locations: Nitra-Zobor, Vrbové-Baraní dvor, Rišňovce, Modra pažiť, Slovakia. Microbiological analyses were conducted by use of standard microbiological methods by spreading of fruits homogenates onto agar plate. Total viable count and mesophilic anaerobic sporulating bacteria were determined on Plate Count Agar after incubation for 2 days at 37 °C. Pseudomonas aeruginosa enumeration was carried out after incubation of Pseudomonas Isolation agar at 48 h at 35 °C. For members of the family Enterobacteriaceae (45 °C Violet Red Bile Glucose agar were used and incubation was carried out for 24 h at 37 °C. For determinations of fungal colonies Malt agar and Czapek-Dox agar were inoculated using the spread-plate technique and incubated at 25 °C for 5 days. The yeasts were grown in Glucose Yeast Peptone agar (aerobiosis at 25 °C during 72 hours. The total viable count of fruits ranged from 4.07 log cfu.g-1 in Rišňovce to 4.84 log cfu.g-1 in Vrbové Baraní dvor. Number of mesophilic anaerobic sporulating bacteria ranged from 4.09 in Vrbové Baraní dvor to 4.82 log cfu.g-1 in Modrá pažiť. Number of Pseudomonas aeruginosa count ranged from 2.00 in Nitra Zobor and Vrbové Baraní dvor to 3.94 log cfu.g-1 in Modrá pažiť. In our study the number of Enterobacteriaceae genera ranged from 3.38 in Nitra Zobor to 4.25 log cfu.g-1 in Vrbové Baraní dvor. Number of yeasts ranged from 3.36 in Vrbové Baraní dvor to 3.85 log cfu.g-1 in Modrá pažiť. Number of microscopic filamentous fungi ranged from 2.60 in Modrá Pažiť to 3.52 log cfu.g-1 in Nitra Zobor. Our findings indicate that Rose plant is naturally associated with a variety of endophytic microorganisms

  8. Rose hip (Rosa canina L: A functional food perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cui Fan

    2014-12-01

    Full Text Available Rose hip (Rosa canina L. is the pseudo-fruit of the rose plant, which is widely known as a valuable source of polyphenols and vitamin C. Both in vivo and in vitro studies have demonstrated that this fruit exhibits anti-inflammatory, antioxidant, and antiobesogenic activities. The health benefits of Rose hip (RH have been attributed to its wide range of bioactive compounds including the anti-inflammatory galactolipid: (2S-1,2-di-O-[(9Z,12Z,15Z-octadeca-9,12,15-trienoyl]-3-O-β-D galactopyranosyl glycerol (GOPO, vitamin C, phenolics, lycopene, lutein, zeaxanthin, and other carotenoids. As cyclooxygenase inhibitors, RH compounds may reduce the risk of cancer, heart disease, and various inflammatory conditions. The aim of this review is to present an overview of the functional, medical, and physiological properties of RH.

  9. Tratamiento quirúrgico de la endocarditis infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alain Eusse

    2014-02-01

    Full Text Available Objetivo: describir las características epidemiológicas y los resultados del tratamiento quirúrgico temprano de los pacientes con diagnóstico de endocarditis infecciosa intervenidos en el Departamento de Cirugía Cardiovascular de la Clínica Medellín, Colombia. Métodos: estudio observacional, descriptivo, retrospectivo, de todos los pacientes con diagnóstico de endocarditis infecciosa tratados mediante cirugía en la Clínica Medellín, entre enero de 2003 y enero de 2010. Resultados: se incluyeron en total 54 pacientes, 37 (68,5% de ellos de género masculino. La mediana de la edad fue 57,5 años (9 - 76 años. El 77,7% tenía algún factor de riesgo para desarrollar endocarditis infecciosa; entre los más destacados insuficiencia renal crónica (IRC en hemodiálisis (18,5% y prótesis valvulares cardiacas (18,5%. El 66,7% de los hemocultivos fue positivo. Staphylococcus aureus fue el principal germen aislado en el 40,7% del total de pacientes. El 81,4% de las válvulas comprometidas eran nativas con predominio de la válvula mitral (44,5% y el 7,5% presentaba compromiso de dos válvulas. En el 68,5% el motivo de consulta fue falla cardiaca y 35,3% presentaron fenómenos embólicos como manifestación inicial o asociada (cerebral 16,7%, pulmonar 13%, esplénica 5,6%. En el 83,3% de los casos se realizó cirugía temprana; 66% recibieron válvulas mecánicas. La mortalidad total a tres meses fue del 13% (muerte intraoperatoria 3,7%, mortalidad a 30 días, 9%. La mediana en el tiempo de estancia hospitalaria fue de 36 días (7 a 130 días. En este estudio se reporta una mortalidad total que se encuentra en el límite inferior de lo reportado en el mundo. Una de las razones atribuibles a este hallazgo es el manejo quirúrgico temprano que se protocoliza en el servicio.

  10. Análise da vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B em Teresina/PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2012-12-01

    Full Text Available Os adolescentes fazem parte de grupos com elevada suscetibilidade à infecção pelo vírus da hepatite B em função da adoção de comportamentos de risco. Este trabalho objetivou analisar a vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B. Para isso, realizou-se estudo desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico com 196 adolescentes de 14 a 19 anos. Os resultados mostraram que 57,1% dos adolescentes já haviam iniciado a vida sexual, destes 45,5% não tinham parceiro(a estável, 54,5% pertenciam a faixa etária de 14 a 16 anos, 24,1% não usavam preservativo nas relações sexuais, 62,8% referiram não saber da transmissão do vírus da hepatite B e 61,2% não apresentavam cobertura vacinal contra este agravo. Conclui-se que os adolescentes constituem grupo vulnerável à hepatite B, devido a fatores condicionantes e determinantes, tais como desconhecimento sobre a doença, baixa cobertura vacinal, adoção de comportamento de risco e sensação de invulnerabilidade.

  11. Canine atopic dermatitis / Dermatite atópica canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita da Costa Teles

    2008-08-01

    Full Text Available Canine Atopic Dermatitis is a skin disease of genetic origin. The affected dog becomes sensible to antigens presents in the environment, developing a severe alergic, pruriginous reaction, which intervenes in the quality of life of the patient. Because of the genetic character, that is an illness that in most of the times has no cure, just control. The treatment in general is lifetime. Thus, some used drugs, for example the corticosteroides, might cause collateral effects when used for a long time, and might decrease the lifetime of the animals. By this way, the owner of the dog with atopia, must know about the complications of the disease, and occasional return of the clinical signs during the period of treatment. Therefore, this article has an objective of a review about Canine Atopic Dermatitis that is an increasing problem in the small animal practice.A Dermatite Atópica Canina é uma dermatopatia de origem genética. Os cães acometidos tornam-se sensíveis aos antígenos presentes no meio ambiente, desenvolvendo grave reação alérgica, pruriginosa, que interferem na qualidade de vida do paciente. Devido ao seu caráter genético, esta é uma doença que na maioria das vezes não tem cura, apenas controle. O tratamento em geral é vitalício. Assim sendo, algumas drogas utilizadas, a exemplo dos corticosteróides, podem causar efeitos colaterais que em longo prazo, são capazes de diminuir o período de vida do animal. Desta maneira, o proprietário do cão portador de atopia, precisa ser esclarecido em relação às complicações e provável recidiva dos sinais clínicos, durante o período de tratamento. Portanto, presente artigo tem como objetivo uma revisão sobre Dermatite Atópica Canina, que está se tornando um problema crescente na clínica de pequenos animais.

  12. Isolation of immunomodulatory triterpene acids from a standardized rose hip powder (Rosa canina L.)

    DEFF Research Database (Denmark)

    Saaby, Lasse; Jäger, Anna Katharina; Moesby, Lise

    2011-01-01

    A previously published systematic review and a metaanalysis have concluded that the consumption of standardized rose hip powder (Rosa canina L.) can reduce pain in osteoarthritis patients. Synovial inflammation has been suggested to play an important role in the pathogenesis of osteoarthritis...... and mainly to involve infiltration of the synovial membrane by macrophages. Therefore, the immunomodulatory effect of standardized rose hip powder of Rosa canina L. was investigated and active principles isolated using the Mono Mac 6 cell line as a model for human macrophages. Treatment of Mono Mac 6 cells...

  13. Efeito terapêutico do crosslinking corneal na ceratite infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cecília de Souza Leão Escarião

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito do crosslinking (CXL no tratamento de ceratite infecciosa, resistente ao tratamento clínico, e investigar a relação com o agente etiológico. MÉTODOS: Foram incluídos 11 pacientes com diagnóstico de ceratite infecciosa de etiologia bacteriana (sete olhos e fúngica (quatro olhos na Fundação Altino Ventura (FAV no período de outubro de 2011 a maio de 2012. Os pacientes incluídos estavam em uso de colírios há pelo menos sete dias e não apresentavam melhora da infecção. Estes foram avaliados antes da realização do CXL e no período pós-operatório até cicatrização da úlcera. Para realização do CXL foram instiladas gotas de riboflavina a 0,1% e dextrano a 20%, a cada cinco minutos em um período de 30 minutos antes do procedimento, e durante a aplicação da luz ultravioleta A (UVA. A córnea foi exposta à UVA com comprimento de onda de 370ηm ± 5ηm e uma irradiância de 3mW/cm². RESULTADOS: Os pacientes com infecção bacteriana obtiveram cura do processo infeccioso após o CXL e nenhum paciente com ceratite fúngica apresentou cicatrização. Observou-se associação significante (p = 0,003 entre o agente etiológico e a cicatrização. CONCLUSÃO: O CXL mostrou-se eficaz no tratamento da ceratite bacteriana resistente ao tratamento clínico, evitando a realização de transplante tectônico. Em relação à ceratite fúngica, este procedimento não influenciou na melhora do processo infeccioso.

  14. Caries temprana de infancia: ¿enfermedad infecciosa?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Sandra Rojas, Dra.

    2014-05-01

    Full Text Available La caries dental es una de las enfermedades más comunes en la infancia y las personas continúan siendo susceptible a través de la vida. Aunque actualmente puede ser detenida y potencialmente revertida en etapas tempranas, no es autolimitada, progresa en forma crónica si no existe un cuidado y control de los factores que la producen, llegando a la destrucción de dientes, dolor, alteraciones funcionales, sistémicas y consecuencias en la calidad de vida de las personas. La caries temprana de infancia, de inicio precoz en niños, es causada en forma frecuente por hábitos alimenticios inapropiados y la adquisición temprana de microorganismos como Streptococcus mutans. Se ha sugerido una transmisión vertical de madre a hijo como la vía principal de adquisición de Streptococcus mutans, y también se ha demostrado en la literatura, que existiría una transmisión horizontal entre niños y sus cuidadores, compañeros de jardín infantil y colegios. Por esta razón durante muchos años se ha definido la enfermedad caries como infecciosa y transmisible. Nuevos avances en técnicas moleculares han dado evidencia acerca de la microflora autóctona y cómo la placa dental o biofilm funciona como un sistema ecológico dinámico y complejo. Existe evidencia que la caries dental no es una enfermedad infecciosa clásica, como se creía hace unos años, por el contrario, esta enfermedad es el resultado de un cambio ecológico en la biopelícula adquirida en la superficie dental. Además la transmisión de Streptococcus mutans de la madre hacia el hijo no implica que la enfermedad se desarrolle, por el contrario, la caries dental hoy se describe como una enfermedad común, compleja y multifactorial, donde interactúan varios factores de riesgo, entre los más destacados conductuales, ambientales y genéticos.

  15. Las Enfermedades Infecciosas emergentes y la Salud Pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Aurelio Rivas Muñoz

    1997-06-01

    Full Text Available

    El optimismo de hace unos años con respecto al control definitivo de las enfermedades infecciosas ha venido diluyéndose poco a poco. Hoy en día, estas entidades nos atacan por múltiples frentes y, en conjunto, representan la principal causa de muerte a escala mundial. En 1995 17 millones de personas, incluidos 9 millones de niños, murieron por infecciones prevenibles como diarreas y neumonías. Los antibióticos, considerados hasta hace poco tiempo la solución al problema de las infecciones, son cada vez menos eficaces en la medida en que se incrementa el número de cepas resistentes y la velocidad con que éstas desarrollan dicha resistencia.

    Si a este hecho agregamos el evidente deterioro de las condiciones de vida de la población y el que ha sufrido la salud pública en particular, a consecuencia del desigual impulso a la más rentable atención de la enfermedad individual, la facilidad y rapidez con que se viaja de uno a otro continente o de una a otra región dentro de un país, la urbanización desordenada e incontrolada de las ciudades, la crisis económica mundial, los daños al ambiente, etc., todas condiciones que, en general, favorecen la aparición de “”nuevas” infecciones, puede entonces comprenderse la magnitud del desafío.

    Algunas de las enfermedades infecciosas emergentes, esto es, aquellas cuya incidencia en el Ser Humano ha aumentado durante los dos últimos decenios o amenaza con aumentar en el futuro próximo, han surgido a consecuencia de la evolución de microorganismos ya existentes como la tuberculosis o el cólera. Otras, quizás las menos, son ocasionadas por agentes hasta hace poco desconocidos (nuevos, varios de gran patogenecidad, como el virus de Ebola o Hantavirus que llevan a severas neumonías con letalidad del 50%.

    En las Américas, entre 1991 y 1995 se notificaron más de 1 millón de casos de cólera y 9 mil muertes. La OPS estima en 10 años y en más de 200.000 millones de

  16. Thuya occidentalis CH12 como tratamento alternativo da papilomatose canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.F. QUEIROZ

    2015-01-01

    Full Text Available RESUMO A papilomatose é uma doença de natureza crônica e pode causar tumores epiteliais e na mucosa. Não possui predileção por sexo, raça ou idade, mas comumente aparece em animais jovens. As lesões papilares ocorrem principalmente na mucosa bucal, nos lábios, língua e da faringe, além destes, também são encontradas na forma ocular e cutânea. Este estudo teve como objetivo relatar a eficácia da Thuya occidentalis CH12, uma medicação homeopática de uso comum, no tratamento de cães com papilomatose. Os resultados positivos puderam ser vistos, em alguns casos, já na primeira semana do tratamento, em outros, após vinte dias, e o desaparecimento total das lesões, na maioria dos casos, ocorreu com quinze dias. Alicerçada no princípio da similitude, a homeopatia apóia-se na observação experimental de que toda substância capaz de provocar determinados sintomas em uma pessoa sadia, é capaz de curar estes mesmos sintomas em uma pessoa enferma. A Thuya occidentalis provou ser eficiente contra lesões de papilomavírus canina, e apresentou resultados rápidos e com um valor econômico acessível.

  17. Endocarditis infecciosa activa: 152 casos Active infective endocarditis: 152 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucía R. Kazelian

    2012-04-01

    Full Text Available La endocarditis infecciosa es una enfermedad de baja incidencia que en las últimas décadas mostró modificaciones respecto de su presentación, posibilidad diagnóstica y tratamiento. A pesar de estos avances, la mortalidad hospitalaria sigue siendo muy elevada. Nuestro objetivo fue analizar las características de los pacientes con endocarditis infecciosa activa y su relación con la mortalidad hospitalaria a lo largo de 16 años. Se realizó un registro prospectivo entre 1994 y 2010 de pacientes ingresados con endocarditis. Se analizaron características clínicas, evolución y tratamiento y se registraron los eventos intrahospitalarios. Ingresaron 152 pacientes, 64.5% varones, edad 45 ± 16 años, las causas más frecuentes de cardiopatía de base fueron: congénita 32 (21% y reumática 20 (13.2%. Los motivos de internación fueron síndrome febril 116 (76.3% e insuficiencia cardíaca 61 (40.1%. Se identificó el agente infeccioso en 106 (69.7% de los casos, el más frecuente fue Streptococcus viridans. El ecocardiograma mostró vegetaciones en 123 (80.9% de los pacientes y 88 (57.8% presentaron complicaciones durante su internación, siendo la más frecuente la insuficiencia cardíaca. Se indicó tratamiento quirúrgico en 96 (63.1% de los casos, fundamentalmente por insuficiencia cardíaca en 66. La mortalidad hospitalaria global fue 46 (30.2%. El desarrollo de complicaciones en la internación, la indicación de cirugía y la presencia de insuficiencia cardíaca refractaria al tratamiento fueron predictores independientes de mortalidad hospitalaria, mientras que la presencia de vegetaciones resultó un predictor independiente de mejor supervivencia. La identificación temprana de estos predictores descriptos podría ayudar a mejorar los resultados.Active infective endocarditis (IE is a disease of low incidence that has showed changes in presentation, diagnosis and treatment options during the past decades. Despite these advances

  18. Peritonite infecciosa felina: 13 casos Feline infectious peritonitis: 13 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiano Nunes de Oliveira

    2003-10-01

    Full Text Available Numa pesquisa realizada em tecidos de 638 gatos necropsiados, foram encontrados 13 casos (2,03% de peritonite infecciosa felina. Oito desses casos (61,53% eram da forma efusiva ou úmida, e 5 apresentavam a forma seca ou não-efusiva da doença. A idade dos gatos afetados variou de 2 meses a 3 anos. Doze gatos (92,30% eram de raças puras, cinco deles (38,47% eram oriundos de ambientes onde havia mais de um gato e três eram provenientes de um mesmo gatil. A duração da doença clínica foi de 7 a 45 dias e os sinais clínicos incluíram emagrecimento, anorexia, diarréia, icterícia, vômito, linfadenopatia e distúrbios neurológicos. Os achados de necropsia na forma úmida incluíam excesso de líquido viscoso (50ml a 1 litro, translúcido ou levemente opaco na cavidade peritoneal e, em um caso, na cavidade torácica. Exsudato fibrinoso cobria as superfícies serosas dos órgãos abdominais dando-lhes aspecto granular e brancacento. Na forma seca, havia múltiplos focos granulomatosos sob a superfície serosa e para o interior do parênquima de órgãos abdominais; esses achados eram particularmente proeminentes nos rins. Opacidade de córnea foi observada em um gato. Histologicamente, havia graus variáveis de vasculite e perivasculite piogranulomatosa, particularmente em arteríolas. Meningite ou meningoencefalite piogranulomatosa foram observadas em três gatos com a forma seca de peritonite infecciosa felina.In a survey carried out in tissue specimens from 638 necropsied cats, 13 cases (2.03% of feline infectious peritonitis were found. Eight of those (61.53% were of the effusive or wet form and five had the dry non-effusive form of the disease. Ages of affected cats varied from 2-months to 3 yeas. Twelve affected cats (92.30% were purebreds, five of these cats (38.47% came from households with more than one cat and three of them came from the same comercial cat raising facility. The duration of clinical courses were 7-45 days and

  19. Histórico das hepatites virais History of viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferraz da Fonseca

    2010-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A história das hepatites virais remonta milhares de anos e é fascinante. Quando o ser humano sofreu pela primeira vez a invasão do seu organismo por tais agentes, iniciou-se um ciclo natural e repetitivo capaz de infectar bilhões de seres humanos, dizimar e sequelar milhares de vida. MÉTODOS: Este artigo rever informações científicas disponíveis sobre o histórico das hepatites virais. Todas as informações foram obtidas através de extensa revisão bibliográfica, compreendendo artigos originais e de revisão e consultas na rede internet. RESULTADOS: Existem relatos de surtos de icterícia epidêmica na China há mais de 5.000 anos e na Babilônia, há mais de 2.500 anos. A história catastrófica das grandes epidemias ou pandemias ictéricas são conhecidas e geralmente estão associadas às grandes guerras. Na guerra da Secessão Americana, 40 mil casos ocorreram entre militares da União. Em 1885, um surto de icterícia catarral acometeu 191 trabalhadores do estaleiro de Bremen (Alemanha após vacinação contra varíola. Em 1942, 28.585 soldados contraíram hepatite após inoculação da vacina contra a febre amarela. O número de casos de hepatite durante a Segunda Grande Guerra foi estimado em 16 milhões. Somente no século XX, foram identificados os principais agentes causadores das hepatites virais. O vírus da hepatite B foi o primeiro a ser descoberto. CONCLUSÕES: Neste artigo, a revisão da história das grandes epidemias ocasionadas pelos vírus das hepatites e a descoberta desses agentes revelam singulares peculiaridades, citando como exemplo, a descoberta acidental ou por acaso dos vírus da hepatite B e D.INTRODUCTION: The history of viral hepatitis goes back thousands of years and is a fascinating one. When humans were first infected by such agents, a natural repetitive cycle began, with the capacity to infect billions of humans, thus decimating the population and causing sequelae in thousands of lives

  20. Inmunohistoquimica y expresion de receptores de estrogenos y progesterona en neoplasias mamarias malignas caninas en distintos estadios clinicos

    National Research Council Canada - National Science Library

    Hermo, Guillermo; Soldati, Rocio; Wargon, Victoria; Scursoni, Alejandra; Lanari, Claudia; Gobello, Cristina

    2010-01-01

    La tecnica de inmunohistoquimica descrita por Walker y col. (1998) y Mote y col. (2001) es de utilidad para la determinacion de receptores de estrogenos y de progesterona en tumors mamarios de la hembra canina...

  1. Bronquitis infecciosa aviar: diagnóstico y control -Avian infectious bronchitis: diagnosis and control

    OpenAIRE

    Acevedo Beiras, Ana María

    2010-01-01

    ResumenLa bronquitis infecciosa aviar (BIA) es una enfermedad que ocasiona unimpacto socio-económico severo en la industria avícola mundial. Es unaenfermedad respiratoria aguda, altamente contagiosa, caracterizadaprimariamente por signos respiratorios en los pollos en crecimiento. En las ponedoras, la sintomatología respiratoria es menor pero provoca una disminución marcada en la producción y calidad del huevo. El agente etiológico de esta enfermedad es el virus de la bronquitis infecciosa av...

  2. Manifestaciones cutáneas no infecciosas en pacientes con VIH

    OpenAIRE

    Alcaide Carrascosa, Lourdes; Borzotta, Florencia; Innocenti, Carolina; Parra, Viviana Gladys

    2014-01-01

    El complejo VIH-SIDA puede desarrollar clínicamente una gran variedad de manifestaciones dermatológicas, 90% de los pacientes presentan alguna manifestación en piel, mucosas o anexos. Las mismas han sido clasificadas en infecciosas y no infecciosas para su mayor comprensión. Se puede observar patología exclusiva asociada a la enfermedad y/o entidades dermatológicas comunes, como la dermatitis seborreica, las verrugas genitales o el herpes zoster pero con presentaciones atí...

  3. ENFERMEDADES INFECCIOSAS EMERGENTES: EL TURNO DEL VIRUS DEL ZIKA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Arturo Álvarez Moreno

    2016-04-01

    ó y continúa siendo una causa frecuente de epidemias. En Suramérica, incluyendo Colombia, el último brote fue introducido en 1991.

    Más cerca, en 1918, la pandemia de la influenza (gripa española produjo solo en Estados Unidos 500.000 muertes y mucho más cerca, la pandemia de influenza por la A(H1N1 causó solo en el 2009 cerca de 500.000 muertes y aún sigue circulando, generando muertes adicionales (1. Si a esto le sumamos los casos de otras enfermedades emergentes como síndrome respiratorio agudo severo causados por coronavirus (SARS en el 2003 o MERS actualmente o el brote de fiebre amarilla (enfermedad reemergente ocurrido en el 2003-2004 en nuestro país, se puede decir que las enfermedades infecciosas, tanto las emergentes como las reemergentes, lejos de estar controladas, cada vez son un problema creciente de salud pública.

    1 Miembro Correspondiente. Academia Nacional de Medicina. Profesor Titular, Facultad de Medicina. Universidad Nacional de
    Colombia. Director General, Clínica Universitaria Colombia, Clínicas COLSANITAS S.A...

  4. Effects of Rosa Canina L. on Ischemia/ Reperfusion Injury in Anesthetized Rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S Karimi

    2012-04-01

    Full Text Available Background: Ischemia/reperfusion induced acute renal failure causes excretory functional disorders of nephrons. Ischemia/reperfusion injury is accompanied by generation of reactive oxygen species that leads to dysfunction, injury, and death of renal cells. Antioxidants of plant origin minimize the harmful effects of reactive oxygen species. The aim of this study was to determine the possible therapeutic potentials of Rosa canina L. in preventing renal functional disturbances during the post-ischemic reperfusion period. Methods: In this experimental study undertaken for evaluating renal excretory function in 30 male Wistar rats, renal ischemia was induced by occluding both renal arteries for 45 min, followed by 24 h of reperfusion. The rats received 2 ml of tap water or a hydroalcoholic extract of Rosa canina (500 mg/kg orally for 7 days before induction of ischemia. In plasma samples, creatinine and urea nitrogen levels were measured, and in renal tissue samples, red blood cells were counted. The data were analyzed using ANOVA and Duncan tests.Results: Renal ischemia for 45 minutes increased plasma levels of creatinine (P<0.001 and nitrogen urea (P<0.01 while reducing red blood cell counts in renal glomeruli (P<0.001. Rosa canina administration diminished the increase in creatinine (P<0.001 and nitrogen urea concentrations (P<0.01, and prevented reductions in red blood cell counts in renal glomeruli (P<0.001. Conclusion: Rosa canina seems to be useful as a preventive agent against renal damages induced by ischemia/reperfusion injuries in rats.

  5. ALTERNATIVAS PARA EL DIAGNÓSTICO DE LA PARVOVIROSIS CANINA EN HECES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S Ariza

    2005-01-01

    Full Text Available En vista de su alta morbilidad y letalidad, se han desarrollado varios métodos para el diagnóstico de la parvovirosis canina. Los más utilizados se basan en la detección de partículas virales excretadas en las heces durante la fase aguda de la enfermedad. Algunos requieren equipos especializados, lo que aumenta los costos y el tiempo de diagnóstico. Por esto, la simplificación de los métodos de diagnóstico con alta sensibilidad y especificidad es prioritaria. Este trabajo presenta el desarrollo de la técnica de aglutinación en látex para el diagnóstico de la parvovirosis canina en heces, comparada con un ELISA comercial y una hemoaglutinación. Sobre una población de 71 caninos con signos compatibles con parvovirosis canina, utilizando la prueba ELISA (SNAP® como referencia, se seleccionaron 21 caninos positivos. Empleando las muestras de materia fecal de los animales positivos se desarrollaron y compararon las pruebas de hemoaglutinación y aglutinación en látex. Se encontró una sensibilidad del 100% y una especificidad del 100% para aglutinación en látex y una sensibilidad del 95% y una especificidad del 100% para hemoaglutinación. Dada la sencillez de la prueba, los resultados obtenidos y sus costos, se recomienda la prueba de aglutinación en látex para el diagnóstico rápido y seguro de la parvovirosis canina.

  6. Rosa canina Extracts Have Antiproliferative and Antioxidant Effects on Caco-2 Human Colon Cancer.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Jiménez

    Full Text Available The in vitro antiproliferative and antioxidant effects of different fractions of Rosa canina hips on human colon cancer cell lines (Caco-2 was studied. The compounds tested were total extract (fraction 1, vitamin C (fraction 2, neutral polyphenols (fraction 3 and acidic polyphenols (fraction 4. All the extracts showed high cytotoxicity after 72 h, both low and high concentrations. The flow cytometric analysis revealed that all the fractions produce disturbances in the cell cycle resulting in a concomitant cell death by an apoptotic pathway. Changes in the redox status of Caco-2 cells in response to Rosa canina hips were determined. Cells were exposed to hydrogen peroxide in presence of plant fractions and the production of Reactive Oxygen Species (ROS was significantly decreased. Therefore, our data demonstrate that rosehip extracts are a powerful antioxidant that produces an antiproliferative effect in Caco-2 cells. Therefore, these results predict a promising future for Rosa canina as a therapeutic agent. Thus, this natural plant could be an effective component of functional foods addressed towards colorectal carcinoma.

  7. Antivirais incorporados no Brasil para hepatite B cronica: analise de custo-efetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Laine Araujo de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar o custo-efetividade de diferentes tratamentos medicamentosos para hepatite B crônica entre pacientes adultos. MÉTODOS Utilizando modelo de Markov, construiu-se coorte hipotética de 40 anos para pacientes HBeAg-positivo ou HBeAg-negativo. Foram comparados os usos de adefovir, entecavir, tenofovir e lamivudina (com terapia de resgate em caso de resistência viral para tratamento de pacientes adultos com hepatite B crônica, virgens de tratamento, com elevados níveis de alanina aminotransferase, sem evidência de cirrose e sem coinfecção por HIV. Valores para custo e efeito foram obtidos da literatura. A medida do efeito foi expressa em anos de vida ganhos (AVG. Taxa de desconto de 5% foi aplicada. Análise de sensibilidade univariada foi conduzida para avaliar incertezas do modelo. RESULTADOS O tratamento inicial com entecavir ou tenofovir apresentou melhores resultados clínicos. As menores razões custo-efetividade foram de entecavir para pacientes HBeAg-positivo (R$ 4.010,84/AVG e lamivudina para pacientes HBeAg-negativo (R$ 6.205,08/AVG. Para pacientes HBeAg-negativo, a razão custo-efetividade incremental de entecavir (R$ 14.101,05/AVG está abaixo do limiar recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Análise de sensibilidade mostrou que variação nos custos dos medicamentos pode tornar tenofovir alternativa custo-efetiva tanto para pacientes HBeAg-positivo quanto para HBeAg-negativo. CONCLUSÕES Entecavir é alternativa recomendada para iniciar o tratamento de pacientes com hepatite B crônica no Brasil. Contudo, se houver redução no custo de tenofovir, esta pode se tornar alternativa mais custo-efetiva.

  8. Soroprevalência de hepatite A em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Markus,Jandrei R.; Cruz,Cristina R.; Maluf,Eliane M. C. P.; Tahan,Tony T.; Hoffmann,Murilo M.

    2011-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a soroprevalência de hepatite A (VHA) em crianças e adolescentes com idade entre 1 e 14 anos, e identificar fatores associados à infecção prévia. MÉTODO: Estudo epidemiológico transversal, realizado entre fevereiro e agosto de 2006, em Curitiba, Paraná, Brasil, e em sua região metropolitana. A análise laboratorial constituiu-se de pesquisa qualitativa de anticorpos totais para o VHA em amostra de sangue total. RESULTADOS: No estudo, 901 crianças e adolescentes foram incluíd...

  9. Diagnóstico e tratamento da hepatite B Diagnosis and treatment of hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Simão Ferreira

    2000-08-01

    Full Text Available A hepatite B constitui grave problema de saúde pública. Estima-se que 350 milhões de pessoas, ou seja, 5% da população mundial sejam portadores dessa virose. Admite-se que a infecção evolui para a cura em 90% a 95% dos casos e para o estado de portador crônico nos restantes 5% a 10%; a infecção persistente pode resultar também em cirrose, insuficiência hepática e carcinoma hepatocelular. O diagnóstico de qualquer das formas clínicas da hepatite B realiza-se através de técnicas sorológicas. Os médicos, hoje, possuem acesso a modernas técnicas laboratoriais capazes de avaliar a carga viral, o índice de replicação do agente infeccioso e a eficácia das novas medicações utilizadas. Vários agentes antivirais têm sido usados no tratamento dos indivíduos com hepatite crônica, como o intérferon alfa, a lamivudina, o famciclovir, e o adefovir dipivoxil, entre outros. A imunização ativa utilizando as modernas vacinas recombinantes constitui, na atualidade, a arma mais importante no combate à infecção pelo vírus da hepatite B.Hepatitis B constitutes a serious public health problem. It has been estimated that 350 million people - approximately 5% of the world population - have been infected by this virus. Of the people infected, in 90% to 95% of them there will be a spontaneous resolution of the disease. In 5% to 10% of the cases, though, the infection will persist and a chronic hepatitis will develop that may evolve leading, in the end, to liver cirrhosis, liver failure and/or carcinoma of the liver. The diagnosis of the different stages of the disease (i.e., acute, chronic infection is performed using modern serologic techniques. Physicians, more recently, are having access to a series of laboratory tests which permit them to evaluate the viral load, replication of the virus and to testing of the efficacy of new anti-viral drugs. For the treatment of chronic hepatitis B new agents have been tested and some are being

  10. Neuropatologia da cinomose canina: 70 casos (2005-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia C. Silva

    2009-08-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo realizar uma investigação anátomo-patológica detalhada das lesões e sua distribuição no sistema nervoso central (SNC de cães com cinomose. Foram avaliadas secções padronizadas do encéfalo e da medula espinhal de 70 cães. Os casos foram agrupados de acordo com a idade dos cães e classificados conforme a evolução das lesões. Os resultados permitem concluir que: (1 encefalomielite induzida pelo vírus da cinomose canina é mais prevalente em filhotes e adultos; (2 lesões macroscópicas no SNC ocorrem com baixa freqüência; (3 o encéfalo é mais acometido do que a medula espinhal; (4 as cinco regiões anatômicas mais afetadas do encéfalo são, em ordem decrescente de freqüência, o cerebelo, o diencéfalo, o lobo frontal, a ponte e o mesencéfalo; (5 a região anatômica mais afetada da medula espinhal é o segmento cervical cranial (C1-C5; (6 lesões subagudas e crônicas são mais comuns do que lesões agudas; (7 desmielinização é a lesão mais prevalente e ocorre principalmente no cerebelo, na ponte e no diencéfalo, quase sempre acompanhada de astrogliose e inflamação não-supurativa; (8 na maior parte dos casos em que há astrogliose, observam-se astrócitos gemistocíticos, freqüentemente com formação de sincícios; (9 leptomeningite não-supurativa, malacia e necrose cortical laminar são lesões relativamente freqüentes no encéfalo, mas não na medula espinhal; (10 corpúsculos de inclusão no encéfalo são muito comuns, ocorrem principalmente em astrócitos e com freqüência menor em neurônios; no entanto, independentemente da célula afetada, são vistos predominantemente no núcleo; (11 uma classificação da encefalite na cinomose com base em síndromes clínicas relacionadas com a idade do cão é imprecisa.The current study was performed to determine the pathology and distribution of lesions in the central nervous system (CNS of 70 dogs naturally affected by canine

  11. Infeção por Chlamydia pneumoniae e Hepatite Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana R. Ramos

    2017-12-01

    Full Text Available A Chlamydia pneumoniae é uma espécie associada sobretudo a infeções da via aérea respiratória, e pouco descrita e muito raramente associada a Hepatite Aguda.1 Apresenta-se um caso de uma mulher de 86 que recorreu ao Serviço de Urgência por quadro de epigastralgias, associadas a náuseas e vómitos pós prandiais. Ao exame objetivo: subfebril e o abdómen globoso, com timpanismo difuso e doloroso à palpação profunda do epigastro e hipocôndrio direito. Do estudo complementar realizado apresentava parâmetros inflamatórios aumentados, uma citocolestase hepática, sem insuficiência hepática, com ecografia abdominal apenas com ectasia da via biliar principal; e excluiu-se causa tóxica, isquémica e imunológica, marcadores víricos negativos; serologias negativas, excepto a serologia da Chlamydia pneumoniae, IgM e IgG positivos. Quadro compatível com uma hepatite colestática aguda sem evidência de infeção respiratória prévia ou concomitante. Os autores apresentam este caso clínico dada a raridade desta correlação, mesmo após exclusão de todas as outras causas.

  12. Vacunacion contra la enfermedad infecciosa de la Bursa via aspersion y via agua de bebida en pollos de carne

    National Research Council Canada - National Science Library

    Castellanos C., Diana; Icochea D., Eliana; Guzman G., John; Reyna S., Pablo; Perales C., Rosa

    2012-01-01

    Se comparo dos vias de aplicacion de vacunas contra la Enfermedad Infecciosa de la Bursa en pollos de engorde, usando vacunas con cepas intermedia-intermedia en un programa de vacunacion a los 7 y 17 dias de edad...

  13. Soroprevalência para hepatite A e hepatite B em quatro centros no Brasil Hepatitis A and hepatitis B seroprevalence in four centers in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sue Ann Costa Clemens

    2000-02-01

    Full Text Available Avaliou-se a prevalência de anticorpos para as hepatites A e B em 3.653 indivíduos, em quatro regiões brasileiras. As prevalências de anti-VHA e de anti-HBc foram 64,7% e 7,9%, respectivamente. Prevalências mais elevadas de anti-VHA (92,8% e de anti-HBc (21,4% foram observadas na região Norte. Em outras regiões, prevalências de anti-VHA acima de 90% foram alcançadas apenas em idades mais avançadas, indicando uma endemicidade intermediária e prevalência significativamente mais elevada foi observada no grupo de baixo nível sócio-econômico, entre 1 e 30 anos. Para o anti-HBc observou-se um aumento na prevalência entre adolescentes e uma prevalência significativamente mais elevada no grupo de baixo nível sócio-econômico, entre 1 e 20 anos. Prevalência de 3,1% foi encontrada em crianças de 1 ano, sugerindo a transmissão vertical. Os principais resultados deste estudo, indicam que pré-adolescente/adolescentes de algumas cidades brasileiras estão em risco para as hepatites A e B, mas por diferentes motivos.The prevalence of antibodies to hepatitis A and B virus was assessed in 3,653 subjects across four regions of Brazil. The anti-HAV and anti-HBc seroprevalence were 64.7% and 7.9%, respectively. The highest anti-HAV (92.8% and anti-HBc (21.4% rates were seen in the Northern region. In other regions, anti-HAV seroprevalence over 90% was only reached in the more elderly, indicating an intermediate endemicity and a significantly higher anti-HAV prevalence was seen in the low socioeconomic group between 1-30 years. With respect to anti-HBc seroprevalence an increase was seen in adolescents and there was a significantly higher anti-HBc prevalence in the lower socioeconomic group between 1-20 years. A 3.1% anti-HBc prevalence was seen in one-year-old infants, suggesting a vertical transmission. The major findings of this study indicate that the pre-adolescent and adolescent population in some Brazilian cities are at greatest risk

  14. Chemical composition of the epicuticular and intracuticular wax layers on adaxial sides of Rosa canina leaves.

    Science.gov (United States)

    Buschhaus, Christopher; Herz, Hubert; Jetter, Reinhard

    2007-12-01

    The waxy cuticle is the first point of contact for many herbivorous and pathogenic organisms on rose plants. Previous studies have reported the average composition of the combined wax extract from both sides of rose leaves. Recently, the compositions of the waxes on the adaxial and abaxial surfaces of Rosa canina leaves were determined separately. In this paper, a first report is made on the compositions of the epicuticular and intracuticular wax layers of Rosa canina leaves. The methods described enable the determination of which compounds are truly available at the surface for plant-organism interactions. An adhesive was used to mechanically strip the epicuticular wax from the adaxial leaf surface and the removal was visually confirmed using scanning electron microscopy. After the epicuticular wax had been removed, the intracuticular wax was then isolated using standard chemical extraction. Gas chromatography, flame ionization detection and mass spectrometry were used to identify and quantify compounds in the separated wax mixtures. The epicuticular wax contained higher concentrations of alkanes and alkyl esters but lower concentrations of primary alcohols and alkenols when compared to the intracuticular wax. In addition, the average chain lengths of these compound classes were higher in the epicuticular wax. Secondary alcohols were found only in the epicuticular layer while triterpenoids were restricted mainly to the intracuticular wax. A gradient exists between the composition of the epi- and intracuticular wax layers of Rosa canina leaves. This gradient may result from polarity differences, in part caused by differences in chain lengths. The outer wax layer accessible to the phyllosphere showed a unique composition of wax compounds. The ecological consequences from such a gradient may now be probed.

  15. Aspectos moleculares del virus de la parvovirosis canina y sus implicaciones en la enfermedad

    OpenAIRE

    César A. Díaz R.; Jairo Jaime Correa; Víctor Julio Vera A.

    2008-01-01

    El parvovirus canino tipo 2 (CPV-2) es el agente causal de una enfermedad infecto-contagiosa que produce una gastroenteritis aguda hemorrágica que afecta a caninos jóvenes. El CPV-2 se adaptó a la especie canina por mutación del virus de la Panleucopenia felina (FPV) luego de su paso por animales silvestres como el hurón y los zorros. La alta variabilidad de la proteína viral 2 (VP2) es la causa principal del amplio rango de hospedadores y de las reacciones cruzadas entre las variantes. En la...

  16. Formas clínicas de la demodicosis canina. No todo son alopecias

    OpenAIRE

    Saló, E

    2011-01-01

    La demodicosis canina es una conocida y frecuente enfermedad cutánea, que puede afectar a los perros, causada por ácaros del género Demodex. Su clínica cutánea suele estar caracterizada por la presencia de eritema y alopecia, debido principalmente a la localización folicular del ácaro. Sin embargo, y de manera menos habitual, la enfermedad puede presentarse también con otras formas clínicas, junto o no con alopecia, pudiendo aparecer como síntomas principales o únicos de la enfermedad pequeño...

  17. Determination of antioxidant properties of Rumex crispus and Scrophularia canina subsp. bicolor

    OpenAIRE

    Demir, Serhat; Bozkurt, Buket; Önür, Mustafa Ali; Kaya, İrem Gülen; Ünver Somer, Nehir

    2017-01-01

    Methanoland ethyl acetate extracts of Rumex crispus L. and Scrophularia canina L. subsp. bicolor (SM.) Greuter were tested fortheir antioxidant activity using the DPPH method. Extracts were prepared fromthe above-ground parts of these plants. Significant antioxidant activity wasdetermined for methanol (IC50: 4.16 µg/mL) and ethyl acetate (IC50:8.71 µg/mL) extracts of Rumex crispus.Moreover, methanol (IC50: 60.78 µg/mL) and ethyl acetate (IC50:149.33 µg/mL) extracts of Scrophulariacanina subsp...

  18. Enfermedades infecciosas probablemente dispersadas por los europeos durante el contacto indirecto en Tierra del Fuego

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fugassa, Martín H.

    2003-01-01

    Full Text Available Para la colonización de Norteamérica, ciertos autores sugieren que enfermedades infecciosas actuaron de modo discreto durante un período inicial llamado de Contacto Indirecto. Ello implicaría que los registros históricos con que contamos describan sociedades transformadas. Para Tierra del Fuego, Borrero establece la incertidumbre sobre el tamaño de las poblaciones previas a los primeros relatos de Gusinde y otros. Pretendemos brindar un marco probabilístico sobre las enfermedades infecciosas dispersadas en Tierra del Fuego durante el Contacto Indirecto. Se realizó una evaluación del riesgo de epidemias dentro de las poblaciones nativas (1520-1834. Se consideró el riesgo de contaminación por microorganismos patógenos, según los diversos medios de transporte. Sobre la base de toda la información antes mencionada y de las condiciones ambientales de Tierra del Fuego, construimos un listado de enfermedades infecciosas que probablemente fueron introducidas o aumentadas en frecuencia, dentro del archipiélago durante el período analizado. Este trabajo es parte de un proyecto orientado a analizar la dispersión de las enfermedades en Patagonia Austral

  19. Resíduos potencialmente infectantes em serviços de hemoterapia e as interfaces com as doenças infecciosas Residuos potencialmente infectivos en servicios de hemoterapia y las interfaces con las enfermedades infecciosas Potentially infectious residues at hemotherapy services and interfaces with infectious diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinésia Aparecida do Prado

    2004-12-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar o processamento de resíduos potencialmente infectantes e de perfurocortantes em unidades de hemoterapia e sua possível relação com a saúde dos trabalhadores. Nenhum serviço apresentou plano estruturado para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde e para o programa de segurança ocupacional. Verificou-se um índice de acidentes ocupacionais de 32, 82 % e que 9,16% dos trabalhadores estavam com esquema incompleto de vacinação contra hepatite B. Os treinamentos em serviços para manejo de resíduos e saúde ocupacional não são padronizados. O índice de soroconversão para VHB e VHC após exposição ocupacional foi de 11,63%. Concluímos que o processamento de resíduos potencialmente infectantes e perfurocortantes nas unidades de hemoterapias pesquisadas tem exposto os trabalhadores à aquisição de doenças infecciosas.La finalidad fue la de identificar el procesamiento de residuos potencialmente infectivos, cortantes y punzantes en unidades de hemoterapia y su posible relación con la salud de los trabajadores. Ningún servicio presentó plan estructurado para la gestión de residuos de servicios de salud y para el programa de seguridad ocupacional. Se observó un índice de accidentes ocupacionales de 32,82 % y que 9,16% de los trabajadores estaban con plan incompleto de vacunación contra hepatitis B. La capacitación en servicios para manejo de residuos y salud ocupacional no está estandardizada. El índice de seroconversión para VHB y VHC tras exposición ocupacional fue de 11,63%. Concluimos que el procesamiento de residuos potencialmente infectivos, cortantes y punzantes en las unidades de hemoterapia investigadas ha expuesto a los trabajadores a la adquisición de enfermedades infecciosas.The aim was to identify the processing of potentially infectious residues and of piercing and cutting residues at hemotherapy units and their possible relation with workers' health. No service presented

  20. Prevalência de hepatite B em parturientes e perfil sorológico perinatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arraes Luiz Cláudio

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a prevalência do antígeno de superfície do vírus B da hepatite (HBsAg em parturientes internadas no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (IMIP, Recife-PE, e o perfil sorológico das positivas. MÉTODOS: este é estudo de secção de corte transversal prospectivo no qual foram utilizados os sistemas VIDAS e VIDAS HBs, respectivamente, para detecção e confirmação do HBsAg. As participantes foram selecionadas de forma aleatória. Nas pacientes HBsAg+, os outros marcadores sorológicos foram testados com o sistema automatizado AxSYM. Os recém-nascidos de mães HBsAg+ foram vacinados ao nascer com a vacina Engerix B. RESULTADOS: de um total de 1584, encontramos 9 (0,6% gestantes HBsAg positivas. Nenhuma delas apresentava anti-HBc IgM, sendo assim casos prevalentes. Em 1/9 (11,1% das gestantes havia presença do HBeAg isolado e em 4/9 (44,4%, deste antígeno e seu anticorpo correspondente, revelando os diferentes graus de risco de transmissão vertical da infecção. Com a exceção de dois recém-nascidos de um parto gemelar (um de baixo peso, todos apresentaram soroconversão para o anti-HBs com três doses da vacina. Os gemelares prematuros só mostraram soroconversão após a quarta dose da vacina. CONCLUSÕES: a prevalência da hepatite B em parturientes no IMIP é relativamente baixa e todas as pacientes detectadas então tinham a forma crônica da infecção.

  1. Volatile Oil Constituents of Rosa canina L.: Quality As Affected by the Distillation Method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karim Hosni

    2010-01-01

    Full Text Available The volatile oils of R. canina flowers were isolated by hydrodistillation (HD and traditional dry distillation (DD and analyzed by HRGC-FID and GC-MS. Compared to HD, DD at 50°C leads to the isolation of high quality oil which contains the highest content of oxygenated compounds (83%. The main components are the 2-phenethyl alcohol and eugenol. The percentage of the 2-phenethyl alcohol, a highly desirable component in rose oil, was significantly higher (58.4% in DD extract when compared to that of HD one (13.6%. As temperature increased (100°C during DD, the oil quality decreased. The most significant changes were observed in 2-phenethyl alcohol percentage (4.5%. Moreover, an increase of alkanes/alkenes and the production of furan derivatives were observed. So, DD at moderate temperature (50°C seemed more suitable to improve the volatile oil quality and hence, to make more value of R. canina.

  2. Síndrome de Fanconi induzida pelo uso de Tenofovir em pessoa coinfectada HIV-Hepatite B multirresistente

    OpenAIRE

    Jéssica Freitas Planello; Daniela Chinelato Marcelino; Rafael Cypriani; Bernardino Geraldo Alves Souto

    2016-01-01

    Introdução: A coinfecção vírus da Hepatite B-vírus da imunodeficiência humana (HIV-HBV) é comum e o Tenofovir (TDF) é droga de eleição porque age contra os dois vírus ao mesmo tempo. Porém, em cerca de 1% dos casos pode induzir Síndrome de Fanconi (SF), levando à insuficiência renal. Relato do caso: Em um homem coinfectado HIV-HBV, com a replicação do HIV controlada, o vírus da Hepatite B foi resistente a todos os fármacos disponíveis, exceto ao TDF. Vinte e dois meses após tratamento antirre...

  3. Ocorrência de hepatites não-anão-B em unidade de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarina Takahashi

    1988-09-01

    Full Text Available A monitorização mensal de alanina aminotransferase (ALT sérica de pacientes em hemodiálise e os testes sorológicos para exclusões de infecções por vírus da hepatite A (HAV, vírus da hepatite B (HBV, citomegalovirus (CMV e vírus Epstein-Barr (EBV, permitiu-nos identificar 11 casos de hepatites não-A, não-B em 111 indivíduos avaliados durante o período de 12 meses e acompanhados por 2 anos. Foram observados 3 padrões de atividade de ALT: elevação em pico monofásico em 2, bifásico ou polifásico em 6 e em platô em 3 pacientes. Individíduos com padrão monofásico exibiram os níveis mais elevados de ALT. Cinco pacientes apresentaram normalização bioquímica persistente 4,8 meses em média após o início da elevação aguda e seis evoluíram com ascensão crônica de ALT durante o período de estudo. A hepatite não-A, não-B foi, predominantemente, assintomática e anictérica, sempre antecedida por transfusões sangüíneas e com maior incidência nos seis primeiros meses de terapia dialítica dos pacientes.

  4. Ruhsal Bozukluğu Olan Hastalarda Hepatit B ve Hepatit C Görülme Sıklığı

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suleyman Donmezdil

    2017-03-01

    Full Text Available Giriş: Hepatit B (HBV ve C (HCV hastalıkları, dünyada 400 milyondan fazla kişiyi etkilediği tahmin edilen, yüksek morbiditeye sahip hastalıklardır. Bu enfeksiyonlar açısından Türkiye, yarı endemik bölge olarak gösterilmektedir. Yaptığımız bu çalışmada riskli grupta olduğu düşünülen yatarak tedavi gören psikiyatri hastalarındaki HBV ve HCV seroprevalansını belirlemek ve ileri dönemde hastalarımızda koruyucu amaçlı neler yapılabileceği hakkında literatüre katkıda bulunmaktır. Yöntemler: Çalışmamız Şubat-2014 ile Ocak 2015 tarihleri arasında Diyarbakı ili Selahaddin Eyyubi Devlet Hastanesi psikiyatri kliniğinde yatarak tedavi gören hastaların dosyalarının geriye doğru incelenerek serolojik testlerin sonuçları (HBsAg, AntiHBS ve AntiHCV ve sosyodemografik ve rileri (yaş, cinsiyet, tanılar ve yaşam yerleri kullanılarak yapılmıştır. Bulgular: Psikiyatrik tanılar ile hepatit serolojileri karşılaştırıldığında HBSAg pozitifliği şizofreni hastalarında %1,7, bipolar affektif bozukluk hastalarında %0,8, zeka geriliği olanlarda %0,4 ve depresyon hastalarında %0,3 olarak bulundu. Şizofreni ile HBSAg pozitifliği arasında istatistiksel olarak anlamlı bir ilişki tespit edildi. Sonuç: Kronik ve yeti yitimi ile seyreden psikiyatrik hastalıklarda bulaş riski yüksek viral hepatitler açısından toplumla benzer önlemler alınması, görece daha fazla risk barındıran şizofreni grubu hastalarda aktif bağışıklama yapılması faydalı olacaktır. Daha detaylı ve kesin verilere ulaşabilmek için geniş tabanlı çalışmalara ihtiyaç vardır.

  5. Canine visceral leishmaniosis: a comparative analysis of the EIE-leishmaniose-visceral-canina-Bio-Manguinhos and the IFI-leishmaniose-visceral-canina-Bio-Manguinhos kits.

    Science.gov (United States)

    Lira, R A; Cavalcanti, M Paiva; Nakazawa, M; Ferreira, A G P; Silva, E D; Abath, F G C; Alves, L C; Souza, W V; Gomes, Y M

    2006-04-15

    This study evaluated the performance of the EIE-leishmaniose-visceral-canina-Bio-Manguinhos (EIE-LVC) kit and to compare it with that of the IFI-leishmaniose-visceral-canina-Bio-Manguinhos (IFI-LVC) kit. Four groups of dogs were studied: group 1 (G1), dogs with clinical signs indicative of CVL and testing positive for the parasite (n = 25); group 2 (G2), dogs with only a presumed diagnosis of CVL (n = 62); group 3 (G3), dogs that had never lived in an area where CVL is endemic and never received a blood transfusion (n = 16); group 4 (G4), dogs carrying other parasites: such as babesiosis (n = 4), ehrlichiosis (n = 6) and demodicosis (n = 1). G1 and G3 were used for the calculation of sensitivity and specificity, respectively. The EIE-LVC showed a sensitivity of 72% (IC 95%: 50.4-87.1%) and a specificity of 87.5% (IC 95%: 60.4-97.8%). The value of the kappa index was 0.975 (CI 95%: 0.926-1.024), which represents an excellent fit. For IFI-LVC, the sensitivity was 68.0% (CI 95%: 46.4-84.3%) and the specificity 87.5% (CI 95%: 60.4-97.8%). When the tests were conducted in parallel, sensitivity was 92.0% (CI 95%: 72.5-98.6%) and specificity 75.0% (CI 95%: 47.4-91.7%). However, when conducted consecutively, the tests showed a sensitivity of 48.0% (CI 95%: 28.3-68.2%) and a specificity of 100.0% (CI 95%: 75.9-99.4%). The analysis of clinically suspected dogs using IFI-LVC and EIE-LVC kits in parallel, revealed that 26/62 animals were positive. Cross-reaction was observed in a dog with demodicosis. These results lead to the following conclusions: (1) the performance of the EIE-LVC kit is not statistically different from the IFI-LVC and (2) the kits must be used in parallel if higher sensitivity is required, reducing the number of false-negative results.

  6. The Protective Effect of Hydroalcoholic Extract of Rosa canina (Dog Rose) Fruit on Liver Function and Structure in Streptozotocin-Induced Diabetes in Rats.

    Science.gov (United States)

    Taghizadeh, Mohsen; Rashidi, Ali Akbar; Taherian, Ali Akbar; Vakili, Zarichehr; Mehran, Mehdi

    2017-11-02

    This study was conducted to evaluate the hepatoprotective effects of Rosa canina (R. canina) extract on streptozotocin- (STZ-) induced diabetes in rats by measuring the fasting blood glucose (FBG), total antioxidant capacity (TAC), and liver enzyme activity, including serum alanine aminotransferase (ALT) and aspartate aminotransferase (AST). Forty adult male Wistar rats were randomly divided into four groups and treated daily for 42 days as follows: group I (control) received saline as a vehicle; group II (diabetic) received saline; groups III and IV (diabetic) treated with 250 and 500 mg/kg body weight (BW) per day R. canina extract, respectively. Diabetes was induced by a single intraperitoneal (IP) injection of streptozotocin (50 mg/kg BW). At the end of the study, blood samples were collected via heart puncture and sera were used for estimation of the mentioned parameters. Then all the rats were sacrificed and their livers used for histopathological evaluations. In the untreated diabetic group, the results showed a significant increase in FBG, ALT, and AST levels compared to the other groups (p .05). In the treated groups, administration of R. canina extract significantly improved the mentioned parameters in a dose-dependent manner (p < .05). Histological evaluations indicated that R. canina extract ameliorated defective liver caused by STZ. It can be concluded that R. canina extract has a hepatoprotective effect in STZ-induced diabetes in rats.

  7. Ingresos hospitalarios por enfermedades infecciosas: incidencia desde 1999 hasta 2003 en un área sanitaria de la comunidad valenciana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Guerrero Espejo

    2007-01-01

    Full Text Available Fundamento: La enfermedad infecciosa persiste en la actualidad como una de las principales causas de mortalidad y morbilidad. Su naturaleza dinámica justifica el estudio epidemiológico de las mismas. El objetivo del trabajo fue analizar la incidencia de enfermedades infecciosas que con mayor frecuencia condicionan el ingreso hospitalario. Métodos: Se realizó un estudio de las personas ingresadas entre los años 1999-2003 cuyo diagnóstico principal al alta hospitalaria se hubiera codificado, de acuerdo a la Clasificación Internacional de Enfermedades (CIE 9-MC, como enfermedad infecciosa en el Conjunto Mínimo Básico de Datos. Se seleccionaron 2.010 códigos de enfermedades infecciosas en actividad y se concentraron en 25 grupos adaptados al CIE 9- MC. La población diana fue la correspondiente a un area de la Comunidad Valenciana. Resultados: El 9,7% de los ingresos durante el periodo estudiado (8.585 registros se debió a una enfermedad infecciosa. La media de edad de las personas afectadas fue 38 años, la mediana 37, la desviación típica 31 y el rango entre 0-102 años. Predominó el ingreso de varones (54,5% sobre el de mujeres (45,5%. La tasa de incidencia de ingresos por enfermedades infecciosas fue de 728 casos/100.000 habitantes y año. La mayor tasa de ingreso se produjo en niños y ancianos. Los grupos de enfermedades con mayor número de ingresos fueron, en orden decreciente, las enfermedades infecciosas digestivas, respiratorias y genitourinarias. Conclusión: Los ingresos hospitalarios por enfermedades infecciosas alcanzaron la décima parte de los ingresos y 7 de cada 1.000 habitantes al año requirió ser hospitalizado con motivo de una patología infecciosa. Fue mayor la incidencia de las enfermedades intestinales, de aparato digestivo, respiratorio y genitourinario en la población infantil pero también, aunque en menor proporción, en los mayores de 65 años.

  8. SEROPREVALENCIA DEL VIRUS DE LA RINOTRAQUEITIS INFECCIOSA EN BOVINOS CRIOLLOS DE PARINACOCHAS, AYACUCHO.

    OpenAIRE

    Zacarías R., Erik; Práctica privada; Benito Z., Alfredo; UNMSM-FMV; Rivera G., Hermelinda; UNMSM-FMV

    2014-01-01

    El objetivo del presente estudio fue conocer la prevalencia del Virus Herpes Bovino 1 (VHB-1), agente causal de la Rinotraqueitis Infecciosa Bovina, en bovinos criollos de crianza extensiva de los distritos de Coracora, Chumpi, Puyusca y Pullo de la provincia de Parinacochas, Ayacucho. Se analizaron 469 muestras de sueros bovinos procedentes de 25 hatos para la detección de anticuerpos neutralizantes mediante la prueba de neutralización viral. El 67.6 ± 4.2% (317/469) de las muestras presentó...

  9. Seroprevalencia de rinotraqueitis infecciosa bovina en hatos lecheros de Toca – Boyacá

    OpenAIRE

    Ximena Ochoa; Marcela Orbegozo; Fred Manrique-Abril; Martín Pulido M.; Juan Ospina

    2012-01-01

    RESÚMENObjetivo. Determinar la Seroprevalencia de rinotraqueitis infecciosa bovina (IBR) en hatos lecheros del municipio de Toca – Boyacá. Materiales y métodos. Se recolectaron 80 muestras de sangre de hembras bovinas que estuvieran en producción, o que dentro de su historial reportaran un parto, especificando datos de cada una, identificación, edad, número de partos, problemas reproductivos que presentaban y el tipo de alteración reproductiva. Las muestras de suero fueron procesadas para det...

  10. Endocarditis infecciosa, experiencia de diez años en un centro de referencia nacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elsa Fleitas Ruisánchez

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivo: estudiar las características clínicas, epidemiológicas y microbiológicas, así como el tratamiento médico quirúrgico de los pacientes ingresados con el diagnóstico de endocarditis infecciosa, con el propósito de profundizar en su estudio y contribuir a un mejor tratamiento a estos pacientes. Métodos: se estudiaron 24 pacientes procedentes de todo el país, egresados con el diagnóstico de endocarditis infecciosa. Los datos fueron recogidos de las historias clínicas procedentes del archivo del Hospital "William Soler", y de la base de datos del servicio de cirugía del cardiocentro. Se determinó la frecuencia de las diferentes manifestaciones de la endocarditis infecciosa según: grupos etarios, factores de riesgo, y los datos clínicos, de laboratorio y microbiológicos más frecuentes. Además, se determinó la toma valvular predominante, la etiología y su respuesta a los antibióticos. Resultados: el grupo de edad más afectado fue entre 5 y 18 años; la cardiopatía previa fue el factor de riesgo predominante; los síntomas y signos más frecuentes fueron la fiebre, la anorexia y la pérdida de peso. La insuficiencia cardiaca y el embolismo pulmonar fueron complicaciones frecuentes. La mayoría de los pacientes tuvo una eritrosedimentación acelerada, y la cuarta parte de los casos presentaron hemocultivos negativos. Las válvulas aórtica y mitral resultaron las más afectadas, y el curso clínico que predominó fue el subagudo. En casi la mitad de los pacientes la infección tuvo un origen nosocomial. Los antimicrobianos más utilizados fueron la amikacina, la vancomicina y la ceftriaxona. Conclusiones: la endocarditis infecciosa es poco frecuente en nuestra institución, ocurre más a menudo en relación con las cardiopatías congénitas. Los hechos clínicos más constantes fueron la fiebre y el antecedente de cardiopatía previa.

  11. Sistema experto para el diagno?stico de enfermedades infecciosas del ganado vacuno

    OpenAIRE

    Meji?a Cabrera, Heber Iva?n; Vidarte Medina, Daysi Marilyn; Vives Garnique, Luis

    2013-01-01

    El riesgo de enfermedades infecciosas de animales ha aumentado en los u?ltimos an?os en Peru?. La notificacio?n de enfermedades de los animales es de cara?cter obligatorio y esta? establecido en el art. 9 del Decreto Legislativo No 1059 “Ley General de Sanidad Agraria”. El SENASA ha establecido oficialmente la lista de enfermedades notificables para todas las especies animales, debido a su vital importancia para el sistema de vigilancia epi- demiolo?gica nacional y un respaldo para el sistema...

  12. ¿Es la caries dental una enfermedad infecciosa y transmisible?

    OpenAIRE

    Pérez Luyo, Ada G.; Docente del Departamento Académico de Estomatología del Niño y del Adolescente. Facultad de Estomatología. Universidad Peruana Cayetano Heredia. Lima,

    2014-01-01

    Este artículo discute un paradigma central relacionado a la cariología y que se refiere a la idea que se tiene de la caries dental como enfermedad infecciosa empleada como sinónimo de enfermedad transmisible. Los nuevos avances en las técnicas moleculares nos han dado nuevas luces acerca de la microflora oral autóctona y como la placa dental funciona como una biopelícula. Una hipótesis reciente nos describe la relación que existe entre la placa bacteriana y el huésped en la salud y en la enfe...

  13. Surto de ceratoconjuntivite infecciosa bovina e hemoncose causando mortalidade em bezerros

    OpenAIRE

    Priscila M.S Carmo; Agueda C Vargas; Daniel R Rissi; José C Oliveira-Filho; Felipe Pierezan; Ricardo B Lucena; Fernando L Leivas Leite; Claudio S.L Barros

    2011-01-01

    É descrito um surto de ceratoconjuntivite infecciosa bovina (CIB) e hemoncose intercorrente afetando um grupo de 116 bezerros de 1-2 anos de idade na região central do Rio Grande do Sul. Vinte bezerros foram afetados e nove morreram. Os sinais clínicos incluíam perda de peso, marcada palidez da mucosa oral, lacrimejamento, opacidade focal da córnea e avermelhamento da conjuntiva. Sinais mais avançados incluíam lacrimejamento copioso, opacidade da córnea, ceratocone, ceratomalacia e cegueira. ...

  14. Haiti: Neglected Infectious Diseases infographic Title: Haití: Infografía enfermedades olvidadas infecciosas

    OpenAIRE

    Agustin Cáceres

    2012-01-01

    In Haiti, the IDB and its partners integrate health, water and sanitation to fight intestinal parasites and other Neglected Infectious Diseases. This Infographic promotes the IDB's activities in Haiti and provides general information related to these diseases.Abstract: En Haití, el BID y sus socios integran la salud, agua y saneamiento para combatir los parásitos intestinales y otras enfermedades infecciosas desatendidas. Esta Infografía promueve las actividades del BID en Haití y ofrece info...

  15. Derrame pleural de etiologia infecciosa aspectos clinicos laboratoriais e diagnostico diferencial

    OpenAIRE

    Santos, Paulo Eden Alberto

    2011-01-01

    Trabalho de projecto de mestrado em Medicina (Pneumologia), apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Define-se derrame pleural como uma acumulação anómala de líquido na cavidade pleural, habitualmente virtual, que pode resultar de diferentes mecanismos, consoante a etiologia. A etiologia infecciosa é uma das causas mais frequentes de derrame pleural, resultando na sua maioria de uma inflamação pleural por contiguidade ou, em menor número, pela infecção directa da p...

  16. Meningite e endocardite infecciosa causada por Rhodotorula mucilaginosa em paciente imunocompetente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Henrique Loss

    2011-12-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de um homem imunocompetente admitido com comprometimento agudo do sistema nervoso, crise hipertensiva e insuficiência renal, vindo a receber diagnóstico de meningite e endocardite infecciosa por Rhodotorula mucilaginosa. Até onde sabemos, esta é a primeira descrição de infecção simultânea das meninges e do endotélio causada por Rhodotorula em um paciente sem comprometimento imunológico.

  17. Método para estimação de prevalência de hepatites B e C crônicas e cirrose hepática - Brasil, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Ribeiro de Carvalho

    Full Text Available OBJETIVO: estimar as prevalências nacionais de hepatites virais crônicas e cirrose hepática no Brasil em 2008. MÉTODOS: as estimativas das hepatites B e C basearam-se em inquérito nacional, considerando-se casos crônicos todos os HBsAg (antígeno de superfície de hepatite B positivos e 70% dos anti-HCV (marcador sorológico para hepatite C positivos; sobre dados do inquérito, estimou-se a prevalência de cirrose viral; complementarmente, calculou-se a prevalência da cirrose por álcool. RESULTADOS: as prevalências nacionais de hepatites B e C crônicas foram de 370/100 mil e 959/100 mil habitantes, respectivamente; a cirrose apresentou prevalência de 0,35% no país, com 151/100 mil hab. para hepatite C, 17/100 mil hab. para hepatite B e 182/100 mil hab. para álcool e outras causas. CONCLUSÃO: tais prevalências, embora compatíveis com baixa endemicidade, destacam as hepatites virais e a cirrose como relevantes problemas de saúde no país; estudos de base populacional contribuiriam no refinamento das estimativas apresentadas.

  18. Hepatite Delta no Estado de Mato Grosso: apresentação de cinco casos Hepatitis Delta in the State of Mato Grosso, Brazil: report of five cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Corrêa Ribeiro

    2000-12-01

    Full Text Available Cinco casos graves de infecção pelos vírus das hepatites B e D foram diagnosticados em jovens oriundos do norte do Mato Grosso, onde é comum a ocorrência de hepatite B, mas não de hepatite D. A proximidade com os Estados do Acre e do Amazonas e a migração interna podem explicar a introdução do vírus da hepatite D na região. Os autores salientam a necessidade de manter vigilância epidemiológica para casos de hepatite D na região.Five cases of hepatitis B and D superinfection in teenagers from the northernmost region of Mato Grosso State are reported. Hepatitis B is high prevalent there, but not hepatitis D. The proximity to the States of Acre and Amazonas and intense migration may be introducing the virus into the region. Necessity for the surveillance of hepatitis D in northern Mato Grosso is emphasized.

  19. Infecção pelo vírus da hepatite A em área indígena da Amazônia oriental brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloisa Marceliano Nunes

    2004-01-01

    Full Text Available A hepatite viral A representa importante problema de saúde pública em todo o mundo, estando relacionada às condições sócioeconômicas e de higiene da população. Na Amazônia brasileira, estudos soroepidemiológicos em populações indígenas tem demonstrado alta endemicidade relacionada à infecção. Objetivando avaliar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite A em aldeia xicrin, no município de Altamira-Pará-Brasil, cuja investigação foi desencadeada por óbito de criança indígena, que evoluiu clinicamente em nove dias, com quadro ictero-hemorrágico, sem realização de exame sorológico, foram analisadas 352 amostras de sangue através de testes sorológicos dos marcadores virais das hepatites A, B, C e D, por técnica imunoenzimática, que indicaram uma prevalência de 98% de anticorpos contra a hepatite A e destes, 30,5% com infecção recente, caracterizando em base laboratorial, o surto de infecção pelo vírus da hepatite A e levantando a possibilidade de estar associado com o óbito ocorrido na aldeia.

  20. Investigation of Polyhenolic Content of Rose Hip (Rosa canina L. Tea Extracts: A Comparative Study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zeynep İlbay

    2013-02-01

    Full Text Available Three different brands of Rose hip (Rosa canina L. tea were extracted with water, ethanol (EtOH, methanol (MeOH, and aqueous mixtures (50%, v/v by ultrasound-assisted extraction (UAE and Soxhlet methods. Total phenolic content was determined according to the Folin-Ciocalteu method. The results were presented by means of the extract yields and total phenolic contents, expressed in gallic acid equivalent (GAE per g of dried matter (DM. The greatest amount of extract observed in tea samples was obtained by UAE through water with the value of 619.37 ± 0.58 mg/g DM. Regarding the phenolic content, the best result was achieved by the Soxhlet method through 50% MeOH mixture (59.69 ± 0.89 mg GAE/g DM, followed by the UAE method with water (48.59 ± 0.29 mg GAE/g DM.

  1. Gel state of the fictional body in Mario Bellatin’s 'Rosa Canina' and "Flores"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Jasinski

    2015-12-01

    Full Text Available Mario Bellatin creates a peculiar "space of sense" in fiction, related to the visual and per­formatic expressions of language. So, his literary project presents writing as body language, a terri­tory of significance constantly deterritorialized by sensations connected to the narrative game, with images and symbols in the literary actions. A sense of creative destruction constitutes the paradox expressed by fiction as body and by the body as fiction, in what we call Bellatin’s "nomadic writing", by means of the abnormality of the characters, their sexuality and religiosity, as one can note in Flo­res (2000, especially in "Rosa canina", published online by Cosac Naify in 2009. The position adopted by the protagonist in this work seems to indicate a specific "regime of signification”, as Josefina Ludmer puts it, according to which art and reality, fiction and biography blur their borders in a “gel state exchange”.

  2. Investigation of Polyhenolic Content of Rose Hip (Rosa canina L.) Tea Extracts: A Comparative Study

    Science.gov (United States)

    İlbay, Zeynep; Şahin, Selin; Kırbaşlar, Ş. İsmail

    2013-01-01

    Three different brands of Rose hip (Rosa canina L.) tea were extracted with water, ethanol (EtOH), methanol (MeOH), and aqueous mixtures (50%, v/v) by ultrasound-assisted extraction (UAE) and Soxhlet methods. Total phenolic content was determined according to the Folin-Ciocalteu method. The results were presented by means of the extract yields and total phenolic contents, expressed in gallic acid equivalent (GAE) per g of dried matter (DM). The greatest amount of extract observed in tea samples was obtained by UAE through water with the value of 619.37 ± 0.58 mg/g DM. Regarding the phenolic content, the best result was achieved by the Soxhlet method through 50% MeOH mixture (59.69 ± 0.89 mg GAE/g DM), followed by the UAE method with water (48.59 ± 0.29 mg GAE/g DM). PMID:28239095

  3. Vacinação contra a hepatite B entre cirurgiões dentistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Andréa Maria Eleutério de Barros Lima

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Inquéritos sorológicos realizados em diversos países mostraram uma maior prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB em dentistas, especialmente entre os cirurgiões, do que na população geral. O estudo realizado objetivou determinar a prevalência e os fatores associados à vacinação contra hepatite B (HB entre os dentistas e investigar as principais razões alegadas para a não vacinação e vacinação incompleta. MÉTODOS: Foi conduzido um inquérito entre 299 cirurgiões dentistas residentes em Montes Claros, MG, por meio de questionário auto-aplicável. Foi determinada a prevalência de vacinação segundo o número de doses e os fatores associados à não vacinação e à vacinação incompleta através de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos 299 questionários distribuídos, 296 (99% foram respondidos. Destes, 74,9% tomaram três doses; 14%, duas doses; 2%, uma dose e 10% não foram vacinados. A vacinação completa foi maior entre os que relataram fazer exclusivamente cirurgia e/ou periodontia (89%. A principal razão alegada para a não vacinação ou vacinação incompleta foi a necessitade de maiores informações. A não vacinação foi mais freqüente entre aqueles com mais de 40 anos (OR=8,62; IC 95%: 1,88-39,41 e os que não se reciclaram nos dois anos prévios ao inquérito (OR=2,72; IC 95%: 1,02-7,22. A vacinação incompleta foi maior entre os que não usam luva no trabalho (OR=2,32; IC 95%: 1,08-4,97. CONCLUSÃO: A falta de informação, possivelmente relacionada a menor reciclagem profissional, parece ser um dos principais fatores limitantes da vacinação.

  4. Índices de sensibilidade à insulina em fêmeas caninas : efeito do ciclo estral e da piometra

    OpenAIRE

    Pöppl, Alan Gomes; Lasta, Camila Serina; Diaz Gonzalez, Felix Hilario; Kucharski, Luiz Carlos Rios; Silva, Roselis Silveira Martins da

    2009-01-01

    A ocorrência do estro e diestro em fêmeas caninas está associada à presença de resistência à insulina. Além disso, estados sépticos e inflamatórios, como observado frente à piometra, também cursam com resistência à ação insulínica. O objetivo deste estudo foi verificar qual o efeito das diferentes fases do ciclo estral e da piometra sobre diferentes índices de sensibilidade à insulina. Com base em medidas de glicemia e insulinemia basal em fêmeas caninas em diferentes fases do ciclo estral, e...

  5. The fate of ribosomal RNA genes in spontaneous polyploid dogrose hybrids (Rosa L. sect. Caninae (DC.) Ser.) exhibiting non-symmetrical meiosis.

    Science.gov (United States)

    Herklotz, Veit; Kovařík, Aleš; Lunerová, Jana; Lippitsch, Susan; Groth, Marco; Ritz, Christiane M

    2018-01-31

    Dogroses represent an exceptional system for studying the effects of genome doubling and hybridization: their asymmetrical meiosis enables recombination in bi-parentally inherited chromosomes but prevents it in maternally inherited ones. We employed fluorescent in situ hybridization, genome skimming, amplicon sequencing of genomic and cDNA as well as conventional cloning of nuclear ribosomal DNA in two phylogenetically distinct pentaploid (2n = 5x = 35) species, Rosa canina and R. inodora, and their naturally occurring reciprocal hybrids, R. dumalis (5x) and R. agrestis (5x, 6x). Both progenitor species differed in composition, meiotic behaviour and expression of rDNA loci: R. canina (five 18S and 5-8 5S loci) was dominated by the Canina ribotypes but R. inodora (four 18S loci and 7-8 5S loci) by the Rubiginosa ribotype. The co-localised 5S/18S loci occurred on either bivalent-forming (R. canina) or univalent-forming (R. inodora) chromosomes. Ribosomal DNA loci were additively inherited, however, the Canina ribotypes were dominantly expressed, even in genotypes with relatively low copy number of these genes. Moreover, we observed rDNA homogenization towards the paternally transmitted Canina ribotype in 6x R. agrestis. The here observed variation in arrangement and composition of rDNA types between R. canina and R. inodora suggests involvement of different genomes in bivalent formation. We hypothesize that the asymmetrical meiosis arose at least twice by independent ancient hybridization events. This article is protected by copyright. All rights reserved. This article is protected by copyright. All rights reserved.

  6. Multiple and asymmetrical origin of polyploid dog rose hybrids (Rosa L. sect. Caninae (DC.) Ser.) involving unreduced gametes.

    Science.gov (United States)

    Herklotz, V; Ritz, C M

    2017-08-01

    Polyploidy and hybridization are important factors for generating diversity in plants. The species-rich dog roses ( Rosa sect. Caninae ) originated by allopolyploidy and are characterized by unbalanced meiosis producing polyploid egg cells (usually 4 x ) and haploid sperm cells (1 x ). In extant natural stands species hybridize spontaneously, but the extent of natural hybridization is unknown. The aim of the study was to document the frequency of reciprocal hybridization between the subsections Rubigineae and Caninae with special reference to the contribution of unreduced egg cells (5 x ) producing 6 x offspring after fertilization with reduced (1 x ) sperm cells. We tested whether hybrids arose by independent multiple events or via a single or few incidences followed by a subsequent spread of hybrids. Population genetics of 45 mixed stands of dog roses across central and south-eastern Europe were analysed using microsatellite markers and flow cytometry. Hybrids were recognized by the presence of diagnostic alleles and multivariate statistics were used to display the relationships between parental species and hybrids. Among plants classified to subsect. Rubigineae , 32 % hybridogenic individuals were detected but only 8 % hybrids were found in plants assigned to subsect. Caninae . This bias between reciprocal crossings was accompanied by a higher ploidy level in Rubigineae hybrids, which originated more frequently by unreduced egg cells. Genetic patterns of hybrids were strongly geographically structured, supporting their independent origin. The biased crossing barriers between subsections are explained by the facilitated production of unreduced gametes in subsect. Rubigineae . Unreduced egg cells probably provide the highly homologous chromosome sets required for correct chromosome pairing in hybrids. Furthermore, the higher frequency of Rubigineae hybrids is probably influenced by abundance effects because the plants of subsect. Caninae are much more abundant

  7. Caracterização de casos de agressão canina em Campinas, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Conde Alves Rodrigues

    2013-06-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo retrospectivo com os dados sobre casos de agressão canina notificados em 2009 em Campinas, São Paulo, Brasil. Foram obtidas informações de 87 (3,8% entre 2.281 casos. A incidência acumulada de agressões foi de 2,42% por ano (IC95%: 2,32-2,51 para cada mil habitantes. A maior parte das vítimas de cães agressores eram homens (53,0%, adultos (72,0% e os próprios proprietários (52,9%. Os ataques ocorreram principalmente na rua (55,2%, enquanto a vítima interagia com o cão (79,3% e os membros superiores foram a parte do corpo mais acometida (49,4%. Os cães eram majoritariamente machos (74,7%, adultos (74,3%, sem raça definida (65,5%, não castrados (98,9%, domiciliados (55,2%, sem adestramento (98,1% e a metade deles já havia causado agressão com mordedura. A agressão canina não foi atribuída a sexo, raça, estado reprodutivo, tipo de restrição, ou adestramento dos animais, pois a distribuição da frequência destas variáveis na população canina do município era desconhecida. Para desenvolver protocolos de prevenção de mordeduras, devem ser realizados estudos populacionais para avaliar as características e a prevalência da agressão canina.

  8. Complicaciones infecciosas de la diálisis peritoneal ambulatoria en niños

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Patricia Durán Casal

    Full Text Available Introducción: la diálisis peritoneal es la mejor alternativa terapéutica para los niños con enfermedad renal crónica terminal, y en las modalidades de diálisis peritoneal ambulatoria ha permitido el tratamiento fuera del hospital, lo que proporciona un mejor estilo y calidad de vida. No es un método exento de riesgos. Las complicaciones infecciosas relacionadas a la diálisis peritoneal son la causa más importante de morbilidad y es la peritonitis su principal complicación. Objetivo: determinar retrospectivamente la frecuencia y las características de complicaciones infecciosas relacionadas al proceder dialítico. Métodos: nuestro hospital es referente como unidad de diálisis pediátrica del país, así que recibe la mayoría de los niños con enfermedad renal crónica terminal de Cuba. Se revisaron los expedientes clínicos de niños con enfermedad renal crónica terminal en programa de diálisis peritoneal ambulatoria en el Hospital Pediátrico de Centro Habana durante el período 2008-2011. Resultados: se estudiaron 12 pacientes con un promedio de edad de 11 años, 58 % del sexo femenino. Se documentaron 24 episodios infecciosos. Las complicaciones encontradas fueron infección del sitio de salida del catéter, con 62,5 %, peritonitis 33,3 % e infección del túnel submucoso 4,2 %. Predominaron cultivos positivos a bacterias grampositivas (66,7 %. Las bacterias más comunes fueron: Staphylococcus coagulasa positivo (48 % y Staphylococcus coagulasa negativo (22 %. Otros gérmenes identificados fueron E. coli, Enterobacter spp. y Candida spp., con 8,3 % respectivamente. Conclusiones: la infección del sitio de salida del catéter fue la complicación infecciosa más frecuente en nuestra serie. Las bacterias grampositivas son los gérmenes más comunes que causan infección del sitio de salida y peritonitis en pacientes en diálisis peritoneal ambulatoria.

  9. Neuropatia do plexo braquial (neuralgia amiotrofica) e mononucleose infecciosa: registro de um caso

    OpenAIRE

    Koutoumdjian, João Aris

    1984-01-01

    Um caso de neuropatia do plexo braquial (NPB) associado a mononucleose infecciosa (MI) em paciente de 13 anos de idade é apresentado. Os principais achados clínicos da NPB são discutidos, salientando-se o seu início agudo com dor na região do ombro e, em seguida, déficit motor com atrofia na musculatura correspondente, em geral ao plexo braquial superior. A evolução é favorável na maioria das vezes, com recuperação completa após vários meses. Vários quadros neurológicos podem complicar a MI, ...

  10. Ocorrência de hepatites não-anão-B em unidade de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarina Takahashi

    1988-09-01

    Full Text Available A monitorização mensal de alanina aminotransferase (ALT sérica de pacientes em hemodiálise e os testes sorológicos para exclusões de infecções por vírus da hepatite A (HAV, vírus da hepatite B (HBV, citomegalovirus (CMV e vírus Epstein-Barr (EBV, permitiu-nos identificar 11 casos de hepatites não-A, não-B em 111 indivíduos avaliados durante o período de 12 meses e acompanhados por 2 anos. Foram observados 3 padrões de atividade de ALT: elevação em pico monofásico em 2, bifásico ou polifásico em 6 e em platô em 3 pacientes. Individíduos com padrão monofásico exibiram os níveis mais elevados de ALT. Cinco pacientes apresentaram normalização bioquímica persistente 4,8 meses em média após o início da elevação aguda e seis evoluíram com ascensão crônica de ALT durante o período de estudo. A hepatite não-A, não-B foi, predominantemente, assintomática e anictérica, sempre antecedida por transfusões sangüíneas e com maior incidência nos seis primeiros meses de terapia dialítica dos pacientes.Through monthly monitorization of alanine amino transferase (ALT in hemodialysis patients and serological tests for exclusion of HA V (hepatitis A virus, HBV(hepatitis B virus, CMV (cytomegalovirus and EBV (Epstein-Barr virus infections, it was possible to identify 11 cases of non-A, non-B hepatitis among 111 individuals evaluated in a period of 12 months and followed-up for 2 years. Three patterns of ALT activity were observed: an elevation in monophasic peak in 2 patients, biphasic andpolyphasic in 6 patients and elevation in plateau in three others. Patients with the monophasic pattern showed the most elevated levels of ALT. Five patients showed biochemical normalization within approximately 4.8 months after the beginning of acute elevation and 6 evolved with chronic intermittent elevation during the period of study. Hepatitis non-A, non-B was predominantly asymptomatic and anicteric, always preceeded by blood

  11. Crisis económica y patología infecciosa. Informe SESPAS 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Llácer

    2014-06-01

    Full Text Available Las crisis económicas pasadas han aumentado el impacto de algunas enfermedades transmisibles sobre todo a través de grupos especialmente vulnerables a las consecuencias sociales y sanitarias que producen. Sin embargo, se ha evidenciado que su repercusión depende en gran medida de la respuesta con que las enfrentan gobierno y población de los países afectados. Se razona sobre las consecuencias de la crisis actual en la cadena causal de la patología infecciosa, incluida la respuesta del sistema sanitario, y se explora si en España hay alguna evidencia de su repercusión. Se parte de que el posible efecto sobre las condiciones de vida y trabajo procede del endeudamiento público y privado sumado al alto nivel de paro como rasgos definitorios de la crisis. Se destacan las consecuencias negativas que pueden tener los recortes de atención sanitaria sobre las poblaciones vulnerables, en parte excluidas con la reciente reforma de la cobertura sanitaria. Se comparan datos de mortalidad y morbilidad de dos periodos, antes y después de 2008, integrando en lo posible las tendencias observadas y los informes institucionales. En general no se aprecia todavía un efecto sobre la patología infecciosa, pero se detectan algunos indicios de empeoramiento compatibles con los efectos de la crisis que requieren ser seguidos y contrastados. Se revisan las limitaciones de las fuentes consultadas, que pueden no ser suficientemente sensibles ni actualizadas para detectar cambios que requieran un tiempo de latencia para manifestarse. Se recomienda no recortar y mejorar los recursos en la vigilancia de esta patología, y garantizar una respuesta sociosanitaria equitativa, dirigida a los más afectados por la crisis.

  12. PREVALENCIA DE BACTERIAS ASOCIADAS A LA INFERTILIDAD INFECCIOSA EN BOVINOS DE MONTERÍA, COLOMBIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco González T

    2007-12-01

    Full Text Available Objetivo. Establecer la prevalencia de algunos gérmenes asociados con infertilidad infecciosa de bovinos del municipio de Montería. Materiales y métodos. Se recolectaron 384 muestras sanguíneas e igual número de hisopados cervicales de hembras que cumplieron con alguno de los siguientes criterios de inclusión: más de tres servicios sin concepción, vaginitis, cervicitis, metritis, endometritis, útero con contenido, momificación fetal, natimortos, reabsorciones embrionarias, antecedentes de abortos y/o hembras positivas a brucelosis. Las muestras cervicales se sembraron en agar Mc conkey, agar sangre, agar brucella y agar campylobacter. A las colonias sospechosas se le realizaron pruebas bioquímicas y la confirmación se llevó a cabo con pruebas serológicas. Para el serodiagnóstico de Brucella, los sueros fueron analizados por Rosa de Bengala y los positivos fueron confirmados con ELISA indirecta. Resultados. De las 384 muestras procesadas, hubo crecimiento en 281 (73,2%, las bacterias prevalentes fueron Escherichia coli, Bacilos Gram Negativos Oxidantes, Klepsiella spp y Pseudomonas spp, que correspondieron a 194 (69.1% aislamientos y cinco muestras equivalentes al 1.8% resultaron positivas para Campylobacter spp. Las pruebas serológicas para Brucella arrojaron como resultado 22 muestras positivas por ELISA (6.3%. Conclusiones. Los resultados de este trabajo describen de forma preliminar la posible asociación bacteriana en la infertilidad infecciosa en hembras vacunas, demostrando la presencia de una gran variedad de microorganismos.

  13. Complicaciones neurológicas de la endocarditis infecciosa: controversias Neurological complications of infective endocarditis: controversies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico A Silva

    2011-07-01

    Full Text Available En la endocarditis infecciosa aguda se describen complicaciones neurológicas entre 20% y 40% de los casos, lo cual representa un importante factor que predice morbimortalidad, secuelas y discapacidad. Esta entidad se caracteriza por un amplio espectro clínico debido a su compleja fisiopatología, que involucra entre otros, fenómenos inflamatorios, inmunes, infecciosos y embólicos. A pesar de la notable frecuencia de las complicaciones neurológicas en la endocarditis infecciosa, dadas especialmente por enfermedad cerebrovascular y neuroinfecciones, aun existen controversias acerca de algunos aspectos diagnósticos y terapéuticos, en parte por la poca evidencia disponible, las cuales se discuten a continuación, a partir de una serie de casos atendidos en la Fundación Cardiovascular de Colombia.Neurological complications of acute infective endocarditis are described in 20%-40% of cases, representing an important predictive factor of morbidity, mortality, sequels and disability. Acute endocarditis is characterized by a wide clinical spectrum due to its complex physiopathology that involves inflammatory, immune, infectious and embolic phenomena. Despite the remarkable frequency of neurological complications in the infective endocarditis especially by cerebrovascular disease and neuroinfections, there are still some controversies about some diagnostic and therapeutic aspects, partly because of the little evidence available. This paper describes a number of cases seen in the Fundación Cardiovascular de Colombia and discusses some aspects related with the diagnosis and treatment of the neurological complications of acute endocarditis.

  14. World Health Day 1997: emerging infectious diseases Día Mundial de la Salud 1997: enfermedades infecciosas emergentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    1997-05-01

    Full Text Available Para el Día Mundial de la Salud de 1997, la Organización Mundial de la Salud (OMS ha elegido el tema "Enfermedades infecciosas emergentes; alerta mundial, respuesta mundial" con el fin de llamar la atención hacia la amenaza que representan algunas enfermedades infecciosas recientemente reconocidas en seres humanos y otras que han vuelto a aparecer. En la emergencia y reemergencia de enfermedades infecciosas intervienen factores como el deterioro de la infraestructura de salud pública, la creciente resistencia microbiana a los antibióticos y los cambios sociales y ecológicos asociados con el crecimiento de la población humana. La OMS ha hecho hincapié en la necesidad de que se compromentan a entrar juntos en acción tanto países como organizaciones internacionales, organizaciones no gubernamentales e individuos, con objeto de mejorar la vigilancia de las enfermedades y la capacidad de controlarlas para prevenir y refrenar las epidemias. Por su parte, la OMS está reforzando su sistema de vigilancia mundial tripartito, que consta de los centros de colaboración de la OMS en el área de enfermedades infecciosas, las redes de monitoreo de resistencia antimicrobiana y el Reglamento Sanitario Internacional. Para hacer frente adecuadamente al problema de las enfermedades infecciosas durante el siglo próximo, se necesitarán programas de vigilancia y control; redes mundiales de monitoreo y notificación; rápido intercambio de información por vía electrónica (incluida la World Wide Web; y un estado de preparación efectivo con la capacidad para responder rápidamente a las epidemias y contenerlas.

  15. Juvenile cellulitis in a puppy – case reportsCelulite juvenil canina – relato de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Fonseca-Alves

    2012-08-01

    Full Text Available Juvenile cellulitis or juvenile sterile granulomatous lymphadenitis is a rare disorder that affects puppies between three weeks to six months years old. Clinical signs include alopecia, edema, papules, pustules and crusts especially on eyelids. Definitive diagnosis requires cytological and histological evaluation and early and aggressive therapy is recommended, once scars after recovery can be severe .The choice treatment is the high dose of corticosteroids use such as prednisone. Three animals of canine species were attended at the Veterinary Hospital Clinical Small Animal Service presenting different clinical signs. Hemogram, skin lesions and submandibular lymph nodes cytological examination was collected and analyzed. The treatment was instituted, using cephalexin (22mg/kg, twice daily up to control of secondary bacterial infection, and prednisone (2mg/kg, once a day until clinical resolution. Complete cure was obtained at the end of treatment. The aim of this work is to report three clinical cases of juvenile cellulitis in dogs. A celulite juvenil ou linfadenite granulomatosa estéril juvenil, é um distúrbio raro que acomete filhotes com idade entre três semanas a seis meses. Os sinais clínicos incluem alopecia, edema, pápulas, pústulas e crostas especialmente em pálpebras. O diagnóstico definitivo requer exames citológico e histopatológico e a terapia precoce e agressiva é preconizada, pois as cicatrizes após recuperação podem ser graves. O tratamento de escolha consiste no uso de altas doses dos glicocorticoides, como prednisona. Foram atendidos no Hospital Veterinário, três animais da espécie canina, apresentando sinais clínicos variados. Foram realizados hemograma, exame citológico das lesões de pele e dos linfonodos submandibulares. O tratamento foi instituído, utilizando-se cefalexina na dose de 22 mg/kg, duas vezes ao dia, até controle de infecção bacteriana secundária e prednisona na dose de 2mg/kg, uma vez

  16. Soroprevalência de hepatite A em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jandrei R. Markus

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a soroprevalência de hepatite A (VHA em crianças e adolescentes com idade entre 1 e 14 anos, e identificar fatores associados à infecção prévia. MÉTODO: Estudo epidemiológico transversal, realizado entre fevereiro e agosto de 2006, em Curitiba, Paraná, Brasil, e em sua região metropolitana. A análise laboratorial constituiu-se de pesquisa qualitativa de anticorpos totais para o VHA em amostra de sangue total. RESULTADOS: No estudo, 901 crianças e adolescentes foram incluídos. A distribuição por faixa etária foi: 237 (26,3% entre 1 e 4 anos; 313 (34,7% entre 5 e 9 anos; e 351 (39% entre 10 e 14 anos. A taxa de soroprevalência geral encontrada foi de 19,8%, e por grupo etário foi de 3, 21,1 e 29,9% (p < 0,01, respectivamente. Na análise multivariada, demonstrou-se que os fatores que, em conjunto, mantiveram associação positiva com as prevalências de anticorpos contra o VHA na população estudada foram: faixa etária de 5 a 9 e 10 a 14 anos, morar em casas com um ou mais habitantes por cômodo, frequentar refeitório comunitário e ter baixa renda per capita. CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram uma baixa prevalência de anticorpos contra o VHA, o que justifica o uso de medidas profiláticas, que incluem a vacinação precoce.

  17. Hepatitis C and associated risks in prisons: an integrative review Hepatite C e riscos associados em presídios: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2017-10-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo conhecer a produção científica atual sobre a prevalência de hepatite C e riscos associados nos presídios e publicados na literatura científica. Trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados Web of Science, CINAHL e Lilacs, incluindo artigos nacionais e internacionais publicados entre 2009 a 2014. A partir dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 16 artigos. Predominaram os artigos descritivos (37,5%, transversais (50%. Todos apresentaram nível IV de evidência científica. A prevalência de Hepatite C foi variada e os principais fatores de risco associados à positividade para hepatite C foram o uso de drogas injetáveis, presença de tatuagem, idade. Por ser uma doença de longo curso assintomático, a hepatite C revela-se como um problema relevante no sistema prisional, exigindo mais atenção no sentido de produzir conhecimentos que orientem a adoção de medidas efetivas de controle e prevenção.

  18. Hepatite aguda colestática pelo propiltiouracil: relato de caso Acute cholestatic hepatitis induced by propylthiouracil: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Beatriz PAROLIN

    2000-04-01

    Full Text Available Propiltiouracil é uma droga amplamente utilizada no tratamento do hipertiroidismo. A hepatotoxicidade é um dos efeitos colaterais mais raros e também mais graves associados a ela. Relata-se um caso de hepatite aguda colestática que acomete um jovem de 15 anos em uso de propiltiouracil para tratamento de hipertiroidismo. Causas virais, metabólicas e autoimunes foram excluídas e a biopsia hepática revelou achados histopatológicos sugestivos de hepatite colestática induzida por droga. Com a suspensão da droga, houve remissão dos sintomas e normalização progressiva das provas de função hepática. Raramente, os pacientes em uso de propiltiouracil podem desenvolver injúria hepática grave.Propylthiouracil is widely used to treat patients with hyperthyroidism. However, propylthiouracil-induced hepatitis is an uncommon entity. The case of a 15-year-old boy treated with propylthiouracil for hyperthyroidism who developed a cholestatic acute hepatitis is reported. Viral, metabolic and autoimmune liver diseases were excluded and liver biopsy showed a pattern suggestive of drug-induced cholestatic hepatitis. After discontinuating the drug, there was a progressive resolution of symptoms and normalization of liver biochemical tests. Despite its rarity, patients receiving propylthiouracil are exposed to develop severe hepatotoxicity.

  19. Aspectos moleculares del virus de la parvovirosis canina y sus implicaciones en la enfermedad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César A. Díaz R.

    2008-06-01

    Full Text Available El parvovirus canino tipo 2 (CPV-2 es el agente causal de una enfermedad infecto-contagiosa que produce una gastroenteritis aguda hemorrágica que afecta a caninos jóvenes. El CPV-2 se adaptó a la especie canina por mutación del virus de la Panleucopenia felina (FPV luego de su paso por animales silvestres como el hurón y los zorros. La alta variabilidad de la proteína viral 2 (VP2 es la causa principal del amplio rango de hospedadores y de las reacciones cruzadas entre las variantes. En la actualidad, la secuenciación de esta proteína ha permitido identificar tres variantes del virus conocidas como 2a, 2b y 2c que conviven en el mundo con diferencias en tropismo celular, infecciocidad y patogenicidad. El virus ssADN ha presentado una gran variación génica en cortos períodos de tiempo lo que indica un alto grado de selección por evolución sólo comparable con virus RN, esta alta variabilidad no se ha aclarado totalmente. El empleo de las técnicas moleculares permitirá diferenciar entre cepas vacunales y de campo, tanto como contar con técnicas diagnósticas confiables y específicas.

  20. Ecologia e Doenças Infecciosas: Um Perfil Nacional dos Grupos de Pesquisa do CNPQ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Rodrigues Ramos

    2014-01-01

    Full Text Available Procurando entender se incorporação da abordagem ecológica em pesquisas sobre meio ambiente-animal-doença-saúde vem ocorrendo na construção do conhecimento no campo da saúde ambiental, voltado para a investigação sobre doenças resultantes das relações e inter-relações entre seres humanos, animais, ecossistemas e ações antrópicas, o presente artigo traz uma discussão acerca da ecologia das doenças infecciosas, apresentando, em seguida, um quadro nacional da pesquisa voltada para esta temática, construído a partir de um levantamento realizado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPQ. Por meio deste procuramos descrever e analisar o perfil  dos grupos de pesquisa que trabalham com doenças resultantes das relações e inter-relações entre seres humanos, animais, ecossistemas e ações antrópicas, de modo a visualizar como tem se dado a participação da ciência ecológica nesta área.Pouco sabemos sobre a cultura epistêmica de construção do conhecimento no campo da saúde ambiental, voltado para a investigação sobre doenças resultantes das relações e inter-relações entre seres humanos, animais, ecossistemas e ações antrópicas. Dado o nível de complexidade desta realidade, entendemos que tal cultura de produção do conhecimento deva ser permeada por uma mentalidade de cooperação acadêmico–científico, tomando a ciência ecológica como parceira categórica.Como podemos observar na analise dos dados, ainda é baixa a participação da ciência ecológica em pesquisas empreendidas no campo da saúde ambiental, voltadas para doenças infecciosas, ao mesmo tempo em que se verifica uma concentração espacial desta produção, não se observando uma relação direta desta e as necessidades socioambientais territorialmente estabelecidas no país.

  1. Influência da infecção pregressa pelo vírus da hepatite B na fibrose hepática em portadores de hepatite C crônica: avaliação retrospectiva de uma série de casos Influence of previous hepatitis B virus infection on liver fibrosis in patients with chronic hepatitis C: a retrospective case series evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gaspar Lisboa Neto

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUCÃO: A hepatite C é uma das principais causas de doença hepática em todo mundo. Apresenta um curso evolutivo dinâmico e influenciável por diversos co-fatores. Dentre eles, a infecção pregressa pelo vírus B (anti-HBcAg [+] e HBsAg [-] tem se associado a pior prognóstico histológico e terapêutico. Este trabalho teve como objetivo analisar a associação entre a infecção pregressa pelo vírus B e fibrose hepática em portadores de hepatite C crônica, de maneira independente. MÉTODOS: Foram revistos retrospectivamente prontuários médicos de pacientes infectados cronicamente pelo vírus C, atendidos consecutivamente durante um ano no ambulatório de Doenças Infecciosas e Parasitárias - HC FMUSP, quanto aos dados epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e histológicos. A análise de independência do impacto da infecção pregressa pelo vírus B foi realizada através de modelo estatístico de regressão logística multivariado, considerando a detecção do anti-HBcAg como variável de exposição, sendo o desfecho a alteração estrutural histopatológica graus 3 e 4 (septos com formação de nódulos e cirrose.0 RESULTADOS: 145 indivíduos foram avaliados pelo estudo, 47.2% com anti-HBcAg (+. O fator de risco mais comumente relatado foi transfusão de sangue e hemoderivados (35,9%. Embora necrose em saca-bocado tenha sido encontrada com maior frequência no grupo de infecção pregressa, a sorologia anti-HBcAg (+ não se associou à fibrose hepática avançada. CONCLUSÕES: A infecção pregressa pelo vírus B não parece acentuar a lesão estrutural desencadeada pela hepatite C crônica, após controle estatístico para outros co-fatores sabidamente capazes de influenciar a história natural desta infecção.INTRODUCTION: Hepatitis C is a major cause of liver disease worldwide. Its evolutionary course is dynamics and may be influenced by several cofactors. Among them, previous hepatitis B virus infection (anti

  2. Aplicaciones clínicas de los agonistas dopaminérgicos en reproducción canina

    OpenAIRE

    Gobello, Cristina

    2000-01-01

    Este artículo de actualización describe las principales indicaciones de los agonistas dopaminérgicos (AD) en reproducción canina y explica brevemente sus mecanismos de acción. Los AD son alcaloides de la ergotamina, derivados de síntesis de la ergolina que inhiben la secreción de prolactina regulando la acción dopaminérgica o la serotoninérgica. Los AD con los que se cuenta con mayor experiencia en medicina veterinaria de pequeños animales son la bromocriptina, la cabergolina y la metergolina...

  3. Diagnóstico por imagen de la articulación de la rodilla en la especie canina

    OpenAIRE

    Soler Laguía, Marta

    2003-01-01

    En la especie canina, la rodilla es la articulación que más frecuentemente presenta alteraciones, siendo las patologías de los ligamentos y meniscos las más comunes, asociadas a cambios degenerativos articulares secundarios. Para evaluar las estructuras que componen la rodilla y poder diagnosticar dichas alteraciones podemos emplear numerosas técnicas de diagnóstico por imagen como la artrografia, ecografía así como estudios de imagen por resonancia magnética (IRM). La artrografia de la rodil...

  4. Estudo sero-epidemiológico da Leishmaniose canina na Região da Cova da Beira

    OpenAIRE

    Coelho, S; Cardoso,L.; Brancal, H.; Martins, M.V.; Matos, A.C.

    2005-01-01

    Poster apresentado no IX Congresso Ibérico de Parasitologia que decorreu em Coimbra, na Universidade, de 25 a 28 de Outubro de 2005. A leishmaniose canina é uma zoonose parasitária transmitida quase exclusivamente através da picada de minúsculos insectos parasitados, do género Phlebotomus. Actualmente assume-se como um importante problema não só do ponto de vista veterinário como também de saúde pública (Martínez-Moreno, et al., 1999; Cardoso et al., 2004). Dado o facto d...

  5. Correlation of clinical and hematological with definitive diagnosis of canine ehrlichiosis by PCRCorrelação dos achados clínicos e hematológicos com diagnóstico definitivo de erliquiose canina por meio de PCR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Fredrichsen Moya-Araujo

    2012-12-01

    Full Text Available The Ehrlichiosis is a worldwide diseases of great importance in a veterinary medicine is an important infectious diseases whose prevalence has increased significant in the last year in the Brazilian states. Due to the fact that this study was designed to correlate the findings hematological clinical signs and PCR, being the most sensitive. This study evaluated twenty dogs seen at veterinary hospital UNESP – Botucatu campus during the 03 from august to September 28 2009. Animal cited 65% were positive in the PCR test. Among the most prominent clinical findings 76.92% (10/13 with anorexia, 53.84% (7/13 with hepatoesplenomegaly, 46.15% (6/13 with apathy and 38.46% (5/13 epistaxis. The thirteen animals positive PCR 92.30% (12/13 showed thrombocytopenia ( A Erliquiose é uma doença cosmopolita de grande importância na clínica médica veterinária, sendo uma importante enfermidade infecciosa, cuja prevalência tem aumentado significantemente nos últimos anos nos estados brasileiros. Devido a esse fato, o presente trabalho teve o intuito de correlacionar os achados hematológicos, sinais clínicos e PCR, sendo este último o mais sensível. No trabalho foram avaliados 20 cães com suspeita de Erliquiose que foram atendidos no setor de Moléstias Infecciosas do Hospital Veterinário da UNESP – Campus Botucatu SP, durante oito semanas. Dos animais citados, 65,00% (13/20 foram positivos em exame da PCR, nestes os achados clínicos mais evidentes foram 76,92% (10/13 anorexia, 53,84% (7/13 hepatoesplenomegalia, 46,15% (6/13 apatia e 38,46% (5/13 epistaxes. Dos treze animais positivos na PCR 92,30% (12/13 apresentaram-se trombocitopênicos (<150.000 plaquetas e 61,53% (8/13 anêmicos (<5.50 x106. Frente ao exposto, conclui-se que a técnica de PCR foi um bom método diferencial na detecção de Erliquiose canina podendo ser adotada, juntamente com os achados clínicos e hematológicos para o diagnóstico preciso da enfermidade em questão.

  6. Alterações leucocitárias como factor de prognóstico na evolução clínica da parvovirose canina: 191 casos

    OpenAIRE

    Frazão, Pedro Saraiva Gonçalves dos Santos

    2008-01-01

    Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária O objectivo deste trabalho foi o de caracterizar a frequência da raça, sexo e idade, assim como a sazonalidade na parvovirose canina, e investigar se existe alguma associação entre o número total de leucócitos, o leucograma e o prognóstico da parvovirose canina (alta vs. óbito). Num estudo retrospectivo observacional, em 191 canídeos com diagnóstico clínico de parvovirose canina confirmado através de teste ELISA, obte...

  7. SEROEPIDEMIOLOGÍA DE LA RINOTRAQUEITIS INFECCIOSA BOVINA EN EL MUNICIPIO DE MONTERÍA, COLOMBIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Betancur H

    2006-12-01

    Full Text Available Objetivo. Estudiar la sero prevalencia de IBR en ganado bovino con antecedentes de infertilidad.Materiales y métodos. Se recolectaron 150 muestras de sangre de hembras con antecedentes deinfertilidad y sin historia de vacunación contra IBR, pertenecientes a 32 fincas distribuidas en elmunicipio de Montería. Adicionalmente, se obtuvieron muestras al azar de 20 toros pertenecientesa las mismas fincas. Se analizaron anticuerpos contra IBR mediante la prueba de ELISA. Resultados.Los resultados mostraron una seroprevalencia de 74.7% para rinotraqueitis infecciosa bovina. Seencontraron diferencias significativas en cuanto a prevalencía para las variables sexo y edad de losanimales (p0.05. Conclusión. La alta prevalencia de lainfección por IBR en vacas podrían correlacionarse con la infección en toros, lo cual tiene unsignificado relevante, ya que la infección es de transmisión venérea. Estos resultados deben alertara las autoridades sanitarias para que implementen estrategias de prevención y control.

  8. Seroprevalencia de rinotraqueitis infecciosa bovina en hatos lecheros de Toca – Boyacá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ximena Ochoa

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivo. Determinar la Seroprevalencia de rinotraqueitis infecciosa bovina (IBR en hatos lecheros del municipio de Toca – Boyacá. Materiales y métodos. Se recolectaron 80 muestras de sangre de hembras bovinas que estuvieran en producción, o que dentro de su historial reportaran un parto, especificando datos de cada una, identificación, edad, número de partos, problemas reproductivos que presentaban y el tipo de alteración reproductiva. Las muestras de suero fueron procesadas para determinar la presencia de anticuerpos de la enfermedad. Resultados. La seroprevalencia para IBR, en el municipio de Toca - Boyacá, fue de 35.65%, distribuida así: 17.9% en ejemplares entre 24-60 meses, 60.7% en animales de entre 72-108 meses y 21.4% en animales mayores de 109 meses; la prueba fue positiva en 32% de las vacas con problemas reproductivos (n=8, en 1.25% (n=1 de la muestra se registró antecedente de aborto y prueba positiva. Conclusiones. El presente trabajo constituye el primer reporte de análisis de esta enfermedad en el municipio de Toca-Boyacá, que demuestra la presencia de la enfermedad en la zona. Simultáneamente, se plantea que esta afección pueda ser uno de los posibles factores de riesgo que afecta la rentabilidad económica de las producciones lecheras.

  9. Neuropatia do plexo braquial (neuralgia amiotrofica e mononucleose infecciosa: registro de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Aris Koutoumdjian

    1984-09-01

    Full Text Available Um caso de neuropatia do plexo braquial (NPB associado a mononucleose infecciosa (MI em paciente de 13 anos de idade é apresentado. Os principais achados clínicos da NPB são discutidos, salientando-se o seu início agudo com dor na região do ombro e, em seguida, déficit motor com atrofia na musculatura correspondente, em geral ao plexo braquial superior. A evolução é favorável na maioria das vezes, com recuperação completa após vários meses. Vários quadros neurológicos podem complicar a MI, tais como, em ordem decrescente: meningites linfocitárias, neurites periféricas e quadros encefalomielíticos. Manifestações neurológicas podem ocorrer sem manifestação clínica exuberante da Ml clássica. A NPB como complicação da MI foi previamente descrita em 7 casos e, assim como no presente caso, todos tiveram boa evolução.

  10. Complicações infecciosas da ventrículo-auriculostomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto M. Almeida

    1966-09-01

    Full Text Available De 184 pacientes submetidos à ventrículo-auriculostomia com a válvula de Holter, 39 apresentaram complicações infecciosas. Em 18 casos ficou demonstrada a existência de ependimite e/ou meningite e em 21 instalou-se o quadro da bacteremia. Apesar das complicações, a ventrículo-auriculostomia continua a ser a técnica cirúrgica mais usada no tratamento da hidrocefalia. Com melhor seleção dos casos, excluindo-se doentes com meningite recente ou com fistula liquórica, os resultados poderão ser melhores. Ainda não se conseguiu método seguro para abolir a contaminação operatória. Nos casos em que existe ependimite deve-se iniciar tratamento antibiótico intensivo, seguido de retirada do sistema de drenagem. Nos doentes com bacteremia apenas, a remoção da válvula e cateteres dependerá da gravidade do caso e da resposta ao tratamento com antibióticos e corticosteróides, podendo ser adiada por algum tempo. Quando a infecção é causada por germe reconhecidamente patogênico há maior gravidade, devendo-se retirar precocemente o sistema de drenagem.

  11. Moraxella bovoculi em casos de ceratoconjuntivite infecciosa bovina no Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Libardoni

    2012-08-01

    Full Text Available A ceratoconjuntivite infecciosa (CI, embora raramente fatal, resulta em perdas econômicas significativas para os rebanhos bovinos e ovinos. Os principais agentes causadores dessa enfermidade são Moraxella bovis e Moraxella ovis. Em 2007 foi descrita uma nova espécie também responsável pela CI e denominada Moraxella bovoculi, que até o presente momento, não havia sido relatada no Brasil. Assim, objetivou-se com este trabalho caracterizar e distinguir 54 isolados de Moraxella spp. de amostras clínicas oriundas de 34 bovinos e 17 ovinos, encaminhadas ao Laboratório de Bacteriologia da Universidade Federal de Santa Maria no período de 1990 a 2011, visando a identificação de M. bovoculi. A distinção dos isolados foi fundamentada nas características genotípicas, pela amplificação parcial da região intergênica 16S-23S e clivagem dos produtos da amplificação com enzima RsaI. Como resultados, 25 (46% isolados foram caracterizados como M. bovis, 17 (32% como M. ovis e 12 (22% como M. bovoculi. Logo, conclui-se que M. bovoculi encontra-se presente no rebanho bovino do Rio Grande do Sul e, portanto, no Brasil.

  12. Canine distemper virus infection in a lesser grison (Galictis cuja: first report and virus phylogeny Infecção pelo vírus da cinomose canina em um furão (Galictis cuja: primeiro relato e filogenia viral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Megid

    2013-02-01

    Full Text Available Infectious diseases in wild animals have been increasing as a result of their habitat alterations and closer contact with domestic animals. Canine distemper virus (CDV has been reported in several species of wild carnivores, presenting a threat to wildlife conservation. We described the first case of canine distemper virus infection in lesser grison (Galictis cuja. A free-ranging individual, with no visible clinical sigs, presented sudden death after one day in captivity. Molecular diagnosis for CDV infection was performed using whole blood collected by postmortem intracardiac puncture, which resulted positive. The virus phylogeny indicated that domestic dogs were the probable source of infection.Doenças infecciosas em animais selvagens têm aumentado devido às alterações em seu habitat e ao maior contato com animais domésticos. A cinomose já foi descrita em diversas espécies de carnívoros selvagens, representando uma ameaça à conservação da vida selvagem. Nesse estudo é descrito o primeiro caso de infecção pelo vírus da cinomose em um furão (Galictis cuja. Um indivíduo de vida livre, sem sinais clínicos aparentes, apresentou morte súbita após um dia em cativeiro. Foi realizado o diagnóstico molecular para detecção do vírus da cinomose canina, sendo o resultado positivo. A filogenia do vírus indicou que cães domésticos foram a provável fonte de infecção.

  13. Mielopatía Degenerativa canina: signos clínicos, diagnóstico y terapéutica (Canine degenerative myelopathy: clinical signs, diagnosis and therapy)

    OpenAIRE

    Suraniti, A.P; LR Mira, G; Fidanza, M; Guerrero, J.; Marina, ML; M. Mercado; Gilardoni, LR; Mundo, S.

    2011-01-01

    ResumenLa mielopatía degenerativa canina es una enfermedad neurológica progresiva autoinmune que afecta principalmente a caninos adultos de talla grande sin predilección de sexo.SummaryCanine degenerative myelopathy is a progressive neurological autoimmune disease that primarily affects large size adult dogs and no sex predilection.

  14. Patologias genitais associadas à leishmaniose visceral canina Genital pathologies associated with canine visceral leishmaniasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Vasconcelos Gomes de Oliveira

    2012-09-01

    Full Text Available A leishmaniose visceral canina (LVC é uma doença parasitária crônica causada por protozoários pertencentes ao gênero Leishmania. No Brasil, a transmissão se dá, principalmente, pela ação hematófaga de insetos vetores pertencentes à subfamília Phlebotominae, particularmente, a espécie Lutzomyia longipalpis. Todavia, a trasmissão vertical e venérea da LVC está presente. Os principais sinais clínicos observados nos animais acometidos pela LVC são linfoadenomegalia, dermatopatias, hepatoesplenomegalia, onicogrifose e oftalmopatias, contudo quadros atípicos podem ser observados, inclusive com o envolvimento do sistema genital. Dessa forma, o objetivo deste artigo é realizar revisão sobre as principais patologias genitais em cães machos e fêmeas com leishmaniose visceral (LV.The canine visceral leishmaniasis (CanL is a chronic parasitic disease caused by protozoa belonging to the genus Leishmania. In Brazil, the transmission occurs mainly by the action of blood-sucking insects belonging to the subfamily Phlebotominae, particularly the Lutzomyia longipalpis species. However, the venereal and vertical transmission of the CanL is present. The main clinical signs observed in animals affected by the CanL are lymphadenopathy, skin diseases, hepatosplenomegaly, onychogryphosis and ophthalmopathy, however atypical manifestations can be observed, including the involvement of the genital system. Thus, the aim of this paper is to review on the major pathologies in genital male and female dogs with visceral leishmaniasis (VL.

  15. Effect of DNA extraction in the Rosa canina L. identification under different processing temperature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Žiarovská

    2017-01-01

    Full Text Available Rosa canina, L. is widely used for medicinal purposes as well as in food industry where it is a valuable source, bioactive compounds and natural colorants. Actually, no specific method is recommended as suitable one for DNA extraction from rose hips. The aim of the study was to compare three commercial and three non-commercial methods to extract total genomic DNA from rose hips hyphanthium. Four methods are based on the precipitation in principle and two methods are based on resin-binding. Extracted DNA was proved for the effectivity in following PCR. In total, six different DNA isolations was performed for differently heat processes rose hips - fresh hyphanthium, 2-weeks frozen hyphanthium, dried hyphanthium (50 °C and boiled hyphanthium (100 °C. The amplification parameters of 500 bp chloroplast gene amplicon were evaluated. Obtained amounts of extracted DNA was very variable not only for every individual method used but for individual treatment of samples, too. In general, non-commercial method provided higher amount of extracted DNA, but the A260/280 ratio was lower. When regarding the processing treatment of the samples, high differences were found among the samples untreated by heat and those that were dried or boiled for three of the used extraction methods. All the samples were positive for amplification, but different amounts of amplified product were obtained. The comparison of data for concentrations of extracted DNA and concentrations of amplified product showed large differences when regarding the achieved purity of DNA in extraction.

  16. Leishmaniose Canina em Brasília, DF: Uma Revisão da Literatura.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyere Constâncio de SOUSA

    2015-09-01

    Full Text Available A leishmaniose é uma doença infecto-parasitária que acomete seres humanos e animais, causada por protozoários do gênero Leishmania. As leishmanioses são importante problema de saúde pública em vários países e estão incluídas entre as seis endemias de maior relevância mundial. São classificadas em tegumentar (LT cutânea e mucocutânea - e visceral (LV. A transmissão ocorre através de picada de insetos flebotomíneos pertencentes aos gêneros Lutzomyia (Novo Mundo e Phlebotomus(Velho Mundo. A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA é uma zoonose distribuída no território brasileiro. Possui evolução crônica e acomete a pele e mucosas, isoladamente ou em associação, de seres humanos, cães, gatos e eqüinos. Nos cães, se caracteriza pela presença de lesões cutâneas ulceradas, recobertas por crostas, localizadas nas orelhas, bolsa escrotal, focinho e membros. A Leishmaniose visceral é uma zoonose que ocorre nas regiões subtropicais e tropicais, causada pela Leishmania (Leishmania chagasi, no Novo e no Velho Mundo. No Brasil, a Leishmaniose Visceral Canina (LVC coexiste com a doença humana e os cães são seu reservatório doméstico. A eutanásia do cão é criticada por isso enfrenta limitações. Apesar das ações de vigilância e controle de LV adotadas no DF, a doença permanece em áreas urbanas e rurais.

  17. ESTUDIO SEROLÓGICO DE BRUCELOSIS CANINA EN DOS ALBERGUES DEL MUNICIPIO DE ENVIGADO, COLOMBIA (2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. Agudelo

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue buscar la presencia de anticuerpos de brucelosis en la población de dos albergues caninos del municipio de Envigado (Antioquia, Colombia y a tal fin se seleccionaron 54 perros. Se tomaron muestras sanguíneas en 10 machos y 44 hembras que fueron procesadas bajo la técnica de inmunocromatografía para Brucella canis. No hubo diferencia estadística entre albergues en los parámetros ‘sexo’ y ‘raza’ de cada grupo de estudio y tampoco se encontró evidencia serológica de la presencia de brucelosis canina en el grupo de animales muestreados. Los resultados indican que, aunque los animales permanecieron en calidad de abandono durante un período de su vida, su condición feral no era permanente debido a que en el momento del estudio se encontraban en albergues. Las políticas intensivas de recolección se orientan más a la atención de mascotas abandonadas que a aquellos animales ferales (los cuales, con mayor frecuencia, pueden ser portadores de la enfermedad. El tipo de población in - cluida en el estudio, sumado a la práctica estricta de esterilización inmediata dentro del albergue —que a su vez impide los apareamientos entre individuos—, pueden incidir en la reducción la propagación de la enfermedad en el municipio.

  18. Efecto del sacrificio de perros vagabundos en el control de la rabia canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Castillo-Neyra

    Full Text Available En la ciudad de Arequipa, Perú, se han detectado perros con rabia desde marzo de 2015, señal de la reintroducción del virus de la rabia (VR en esta zona previamente declarada libre de esta enfermedad. La alta densidad de perros vagabundos ha sido considerada una de las causas de la continua transmisión del VR en el brote de la ciudad de Arequipa, alentando el sacrificio de perros como medida de salud pública. Sin embargo, la efectividad de esta medida de control no ha sido evaluada. El objetivo de esta revisión fue determinar la efectividad del sacrificio de perros vagabundos como medida de control de la rabia urbana. Se realizó la búsqueda de artículos sobre control de rabia canina o urbana en las bases de datos de Medline, Scopus y LILACS. Se incluyeron estudios originales y revisiones que hayan evaluado algún efecto del sacrificio de perros en la transmisión del VR. Veinte de 21 artículos concluyen que el sacrificio de perros vagabundos es inefectivo en reducir la trasmisión del VR e, incluso, puede tener consecuencias imprevistas que empeoren el problema. En conclusión, la evidencia disponible indica que sacrificar perros vagabundos no es efectivo para controlar la rabia urbana. Además, las diversas consecuencias negativas del sacrificio de los perros vagabundos reportadas en otras partes del mundo sugieren que el sistema de rabia urbana es altamente complejo y todos sus componentes deben ser tomados en cuenta durante la implementación de actividades de control.

  19. Fungal lectin of Peltigera canina induces chemotropism of compatible Nostoc cells by constriction-relaxation pulses of cyanobiont cytoskeleton.

    Science.gov (United States)

    Díaz, Eva Maria; Vicente-Manzanares, Miguel; Sacristan, Mara; Vicente, Carlos; Legaz, Maria-Estrella

    2011-10-01

    A glycosylated arginase acting as a fungal lectin from Peltigera canina is able to produce recruitment of cyanobiont Nostoc cells and their adhesion to the hyphal surface. This implies that the cyanobiont would develop organelles to motility towards the chemoattractant. However when visualized by transmission electron microscopy, Nostoc cells recently isolated from P. canina thallus do not reveal any motile, superficial organelles, although their surface was covered by small spindles and serrated layer related to gliding. The use of S-(3,4-dichlorobenzyl)isothiourea, blebbistatin, phalloidin and latrunculin A provide circumstantial evidence that actin microfilaments rather than MreB, the actin-like protein from prokaryota, and, probably, an ATPase which develops contractile function similar to that of myosin II, are involved in cell motility. These experimental facts, the absence of superficial elements (fimbriae, pili or flagellum) related to cell movement, and the appearance of sunken cells during of after movement verified by scanning electron microscopy, support the hypothesis that the motility of lichen cyanobionts could be achieved by contraction-relaxation episodes of the cytoskeleton induced by fungal lectin act as a chemoattractant.

  20. Neuroprotective Effects of Herbal Extract (Rosa canina, Tanacetum vulgare and Urtica dioica) on Rat Model of Sporadic Alzheimer's Disease.

    Science.gov (United States)

    Daneshmand, Parvaneh; Saliminejad, Kioomars; Dehghan Shasaltaneh, Marzieh; Kamali, Koorosh; Riazi, Gholam Hossein; Nazari, Reza; Azimzadeh, Pedram; Khorram Khorshid, Hamid Reza

    2016-01-01

    Sporadic Alzheimer's Disease (SAD) is caused by genetic risk factors, aging and oxidative stresses. The herbal extract of Rosa canina (R. canina), Tanacetum vulgare (T. vulgare) and Urtica dioica (U. dioica) has a beneficial role in aging, as an anti-inflammatory and anti-oxidative agent. In this study, the neuroprotective effects of this herbal extract in the rat model of SAD was investigated. The rats were divided into control, sham, model, herbal extract -treated and ethanol-treated groups. Drug interventions were started on the 21(st) day after modeling and each treatment group was given the drugs by intraperitoneal (I.P.) route for 21 days. The expression levels of the five important genes for pathogenesis of SAD including Syp, Psen1, Mapk3, Map2 and Tnf-α were measured by qPCR between the hippocampi of SAD model which were treated by this herbal extract and control groups. The Morris Water Maze was adapted to test spatial learning and memory ability of the rats. Treatment of the rat model of SAD with herbal extract induced a significant change in expression of Syp (p=0.001) and Psen1 (p=0.029). In Morris Water Maze, significant changes in spatial learning seen in the rat model group were improved in herbal-treated group. This herbal extract could have anti-dementia properties and improve spatial learning and memory in SAD rat model.

  1. Testagem do 1 - beta - D - Ribofuranosil, 1.2.4 - triazole - 3 - carboxamide em pacientes com hepatite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio Ferreira Morgado

    1976-02-01

    Full Text Available Realizou-se estudo do tipo duplo anonimato em 18 pacientes com hepatite aguda benigna. O gruoo experimental foi testado com uma provável droga de ação antiviral: 1-BETA-D-RIBOFURANOSIL, 1,2,4-TRIAZOLE-3- CARBOXAMIDE. O grupo controle ingeriu um placebo de lactose. Teve-se especial cuidado na seleção de pacientes, incluindo apenas pacientes que preenchessem critérios bem estabelecidos. Os pacientes foram seguidos semanalmente, avaliando-os clínica e laboratorialmente. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas entre os dois grupos, sugerindo-se estudos com casuística mais numerosa e em regime de internação hospitalar.

  2. Hepatite crônica por vírus C: Parte 1. Considerações gerais Hepatitis C virus: Part 1. General considerations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinício Paride CONTE

    2000-07-01

    Full Text Available O vírus da hepatite C foi identificado em 1989 como sendo o principal agente causador das hepatites não-A não-B e o seu reconhecimento como agente de alta prevalência nas infecções pós-tranfusionais e/ou uso de derivados do sangue ou em associação com o abuso de drogas endovenosas. A descoberta e a maior disponibilidade de novas técnicas para a seleção adequada de doadores de sangue, reduziu sensivelmente a incidência das hepatites pós-transfusionais. Cerca de 95% dos indivíduos infectados pelo vírus da hepatite C podem ser identificados pelos testes anti-vírus da hepatite C de terceira geração. Os estudos retrospectivos de infecções pelo vírus da hepatite C iatrogênicas, são as principais fontes de reconhecimento da história natural da doença. A distribuição dos diferentes genótipos do vírus da hepatite C varia de acordo com as regiões geográficas. Na América do Sul, Europa, Estados Unidos e Japão 1, 2, e 3 representam a maioria das infecções, sendo o subtipo 1-b o mais prevalente. Os parâmetros epidemiológicos (idade, fatores de risco e duração da infecção podem estar associados com os genótipos do vírus da hepatite C, sendo os tipos 1-a e 3-a mais freqüentes nos drogaditos endovenosos e o 1-b nas hepatites pós-transfusionais. O subtipo 1-b ocasiona lesões hepáticas mais graves e prolongadas, com alterações ultraestruturais mitocondriais freqüentes e grande comprometimento dos processos de fosforilização oxidativa. A produção aumentada de radicais livres pode influenciar negativamente a evolução da doença hepática pelo reforço da ação citopática do vírus da hepatite C que provoca. O significado clínico dos níveis de vírus C no interior do fígado, nesses pacientes, não é determinado pelos fatores hospedeiro (idade, tipo e duração da infecção ou pelos fatores virais (genótipos e os repetidamente vírus da hepatite C RNA RT-PCR negativos no soro, não indicam

  3. GB virus C/Hepatitis G virus and other putative hepatitis non A-E viruses O vírus da Hepatite G e outros possíveis vírus causadores de hepatites não-A, não-E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Renato Rebello Pinho

    1996-12-01

    Full Text Available The identification of the major agents causing human hepatitis (Hepatitis A, B, C, D and E Viruses was achieved during the last 30 years. These viruses are responsible for the vast majority of human viral hepatitis cases, but there are still some cases epidemiologically related to infectious agents without any evidence of infection with known virus, designated as hepatitis non A - E. Those cases are considered to be associated with at least three different viruses: 1 - Hepatitis B Virus mutants expressing its surface antigen (HBsAg with altered epitopes or in low quantities; 2 - Another virus probably associated with enteral transmitted non A-E hepatitis, called Hepatitis F Virus. Still more studies are necessary to better characterize this agent; 3 - Hepatitis G Virus or GB virus C, recently identified throughout the world (including Brazil as a Flavivirus responsible for about 10% of parenteral transmitted hepatitis non A-E. Probably still other unknown viruses are responsible for human hepatitis cases without evidence of infection by any of these viruses, that could be called as non A-G hepatitis.A identificação dos virus responsáveis pela vasta maioria dos casos de hepatite (Vírus das Hepatites A, B, C, D e E foi realizada durante os últimos 30 anos. Entretanto, existem ainda alguns casos epidemiologicamente relacionados com agentes infecciosos, nos quais não se encontra nenhuma evidência de infecção por nenhum vírus conhecido. Estes casos foram designados de Hepatites não A-E e são atualmente relacionados com pelo menos três diferentes vírus: 1 - Mutantes do Vírus da Hepatite B, que expressam o antígeno de superfície (AgHBs com epitopos alterados ou em baixas concentrações. 2 - Um outro vírus, denominado Vírus da Hepatite F, foi associado com as hepatites não A-E de transmissão entérica. Entretanto, maiores estudos são ainda necessários para sua melhor caracterização. 3 - O Vírus da Hepatite G ou Vírus GB-C foi

  4. Seroprevalence of hepatitis B virus and hepatitis C virus in Monte Negro in the Brazilian western Amazon region Soroprevalência de hepatite B e hepatite C em Monte Negro, Rondônia, Região Amazônica Ocidental Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo El Khouri

    2005-02-01

    Full Text Available PURPOSE: This study was carried out in Monte Negro (state of Rondônia, a village in the Brazilian western Amazon region, where a University of São Paulo Medical School program for medical student training in rural assistance took place. It aimed to determine the prevalence of hepatitis B virus and hepatitis C virus, to investigate risk factors for infection, and to evaluate the State immunization program against hepatitis B virus in the region. METHODS: The study is a cross-sectional seroprevalence survey, comprising 267 volunteers who answered a comprehensive questionnaire and had blood samples collected, which were analyzed in São Paulo for the presence of antibodies against hepatitis B virus (Hbs Ag, anti-Hbs, and anti-Hbc and hepatitis C virus using commercial kits. Data were stored in a specific data bank, and the association between seropositivity and potential risk factors was analyzed by means of uni-, bi-, and multi-variate analysis, considering ±5%. RESULTS: The seroprevalence of hepatitis B virus was 61.79% and of hepatitis C virus was 0.38%. Statistical analysis on the data bank showed that the prevalence of hepatitis B virus rose significantly with age, especially after adolescence. Infection was higher in those coming from outside the state of Rondônia. Exposure to vaccination against hepatitis B virus was higher in younger individuals and in those who were born in Rondônia. CONCLUSION: Monte Negro is a highly endemic region for hepatitis B virus but not for hepatitis C virus. Our results also provide indirect evidence indicating a significant improvement in the immunization program in Rondônia in recent years.OBJETIVOS: O presente estudo foi realizado em Monte Negro, Rondônia, Amazônia Oriental, onde um projeto de acadêmicos de Medicina da Universidade de São Paulo promoveu assistência médica à população rural. O objetivo foi determinar a soroprevalência de Hepatite B e Hepatite C, investigar os fatores de risco

  5. Endocardite infecciosa: 12 anos de tratamento cirúrgico Infective endocarditis: 12 years of surgical treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antoninho Sanfins ARNONI

    2000-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A endocardite é uma doença de tratamento difícil e que freqüentemente necessita da participação cirúrgica. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Entre janeiro de 1987 e janeiro de 1999, 159 pacientes foram operados em nosso Serviço, sendo 64,7% do sexo masculino. Este grupo apresentou idade média de 39,2 anos (2 a 78 anos, com peso médio de 57,1 kg. O acometimento valvar aórtico foi o mais freqüente (66 pacientes, sendo na valva nativa em 47 casos e em próteses em 19 (8 metálicas e 11 biológicas: a lesão mitral verificou-se em 53 pacientes, sendo mais comum em portadores de prótese (28 biológicas e 2 metálicas. O comprometimento das duas valvas esteve presente em 28 casos. Os demais pacientes eram portadores de defeitos congênitos ou de marcapasso definitivo. A operação foi indicada por refratariedade ao tratamento clínico, insuficiência cardíaca, quadro infeccioso levando a disfunção valvar ou de prótese, vazamento periprotético, ou ainda por arritmia. RESULTADOS: O estudo microbiológico evidenciou maior prevalência de infecção por Streptococcus viridans e Staphilococcus aureus. A operação realizada nos portadores de endocardite infecciosa em valva nativa propiciou a conservação da valva em 3 pacientes do grupo mitral e em 1 do grupo aórtico; nos demais pacientes empregaram-se próteses (a maioria metálica em aórticos e biológica em mitrais. As reoperações foram freqüentes, tendo pacientes com até quarta operação. A lesão congênita responsável pela maioria dos casos foi a comunicação interventricular (3 casos e 4 pacientes apresentavam a endocardite em eletrodo de marcapasso. A mortalidade global foi de 16,3%, com maior incidência em portadores de prótese mitral e aórtica submetidos a reoperação. A presença de abscesso como complicação da endocardite infecciosa verificou-se em 18,2% dos pacientes, utilizando-se pericárdio bovino na reconstrução da maioria, com mortalidade de 17

  6. Sexual transmission of hepatitis C Transmissão sexual da hepatite C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma de Paula Cavalheiro

    2007-10-01

    Full Text Available It is generally agreed that the hepatitis C virus (HCV can be efficiently transmitted parenterally, although data on viral transmission by sexual or non-sexual intrafamilial contact are conflicting. Since data collection began in 1989, the first study dealt with the risk of sexual transmission among multiple sex partners. Other investigations followed, emphasizing that risk increases in specific groups such as patients co-infected with HIV and HBV, sex workers, homosexuals, illicit drug users and patients attended at sexually transmittable disease clinics. The question arises as to what might be the risk for monogamous heterosexuals in the general population, in which one of the partners has HCV? The literature provides overall rates that vary from zero to 27%; however, most studies affirm that the chances of sexual transmission are low or almost null, with rates for this mode fluctuating from zero to 3%. Intrafamilial transmission is strongly considered but inconclusive, since when mentioning transmission between sex partners within the same household, specific situations also should be considered, such as the sharing of personal hygiene items, like razorblades, toothbrushes, nail clippers and manicure pliers, which are important risk factors in HCV transmission. In this review, we discuss the hypotheses of sexual and/or intrafamilial transmission.A eficiência da transmissão parenteral da hepatite C é consenso, porém dados na literatura sobre transmissão sexual e intrafamiliar são conflitantes. Data de 1989 o primeiro trabalho que relaciona o risco de transmissão sexual a múltiplos parceiros sexuais, na seqüência, outros estudos também reforçam que os riscos aumentam em populações específicas como co-infectados HIV, HBV, profissionais do sexo, homossexuais, usuários de drogas ilícitas e populações de clínicas de doenças sexualmente transmissíveis. Agora, na população geral qual seria o risco para casais monog

  7. Hepatitis G virus / GB virus C in Brazil. Preliminary report Vírus da Hepatite G / Vírus GB-C no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.R.R. Pinho

    1996-06-01

    Full Text Available Hepatitis G virus/ GB virus C is a novel flavivirus recently detected in hepatitis non A-E cases. In this study, the presence of this virus in chronic non-B, non-C hepatitis patients was evaluated using GBV-C specific PCR and this virus was detected in one out of thirteen patients. This patient has presented a severe liver failure, has lived for a long time in the Western Amazon basin and no other cause for this clinical picture was reported. The impact of the discovery of this new agent is still under evaluation throughout the world. The study of the prevalence of this virus among chronic hepatitis patients and healthy individuals (as blood donors will furnish subside to evaluate its real pathogenicity.O vírus da Hepatite G ou vírus GB-C é um novo vírus recentemente descoberto em casos de hepatites não A-E. Neste estudo, casos de hepatite crônica não-B, não-C foram testados com uma reação de amplificação específica para GBV-C. Este vírus foi detectado em 1 entre os 13 casos estudados. Este paciente apresentava insuficiência hepática severa, tinha habitado por vários anos na Amazônia Ocidental e nenhuma outra causa para este quadro clínico havia sido relatada. O impacto da descoberta deste novo agente está ainda sendo investigado. O estudo da prevalência deste vírus entre pacientes com hepatite crônica e entre indivíduos sadios (como, por exemplo, doadores de sangue fornecerá subsídios para o estabelecimento de sua real patogenicidade.

  8. Das hepatopatias e icterícias às hepatites virais: configuração de um caleidoscópio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2013-02-01

    Full Text Available As hepatites virais A, B, C, D e E - viroses sistêmicas hepatotrópicas - produzem quadros de hepatite aguda. Dependendo do agente etiológico, da carga viral e de condições do hospedeiro, podem evoluir para hepatite crônica, cirrose, câncer de fígado e formas agudas fulminantes. A versatilidade ecológica desses vírus configura uma natureza espectral e cambiante de transmissão no tempo e no espaço; potencializada pelo curso subclínico por vezes prolongado de grande parte das infecções, constitui-se em desafio epidemiológico. Com base no curso histórico dessas infecções foram descritos cenários e tendências relativas ao seu comportamento socioepidemiológico, apontando para a necessidade de superar modelos, padrões, protocolos e retornar à investigação de cada situação de saúde/doença. Ou seja, assinala para a imprescindível exploração das singularidades no sentido de desenvolver ações gerais modeladas pelas especificidades locais.

  9. Resultados da terapia dupla (interferon e ribavirina para hepatite C em um centro de referência no sul do Brasil: um estudo da vida real

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Comunello Schacher

    2016-08-01

    Full Text Available Introdução: A Hepatite C tem uma prevalência estimada em cerca de 170 milhões de pessoas mundialmente e cursa com grande morbimortalidade. O tratamento deste vírus tem se alterado significativamente nos últimos anos, porém, no Brasil, ainda imperam os tratamentos baseados em interferon convencional ou interferon-peguilado associado à ribavirina. Métodos: estudo de coorte, retrospectivo, conduzido no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Foram incluídos 237 pacientes com Hepatite C tratados com interferon e ribavirina ou interferon-peguilado e ribavirina Resultados: A taxa global de resposta virológica sustentada obtida foi de 33,33%, sendo 37,93% nos pacientes com regime baseado no interferon convencional e 32,69% nos com interferon-peguilado. A análise demonstrou uma maior taxa de resposta virológica sustentada entre os pacientes que apresentaram, à análise genética, expressão CC do polimorfismo da IL 28B. Palavras-chave: Hepatite C; interferon; resposta virológica sustentada

  10. Thidiazuron Triggers Morphogenesis in Rosa canina L. Protocorm-like bodies by Changing Incipient Cell Fate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kou eYaping

    2016-05-01

    Full Text Available Thidiazuron (N-phenyl-N'-1,2,3-thiadiazol-5-ylurea; TDZ is an artificial plant growth regulator that is widely used in plant tissue culture. Protocorm-like bodies (PLBs induced by TDZ serve as an efficient and rapid in vitro regeneration system in Rosa species. Despite this, the mechanism of PLB induction remains relatively unclear. TDZ, which can affect the level of endogenous auxins and cytokinins, converts the cell fate of rhizoid tips and triggers PLB formation and plantlet regeneration in Rosa canina L. In callus-rhizoids, which are rhizoids that co-develop from callus, auxin and a Z-type cytokinin accumulated after applying TDZ, and transcription of the auxin transporter gene RcPIN1 was repressed. The expression of RcARF4, RcRR1, RcCKX2, RcCKX3, and RcLOG1 increased in callus-rhizoids and rhizoid tips while the transcription of an auxin response factor (RcARF1 and auxin transport proteins (RcPIN2, RcPIN3 decreased in callus-rhizoids but increased in rhizoid tips. In situ hybridization of rhizoids showed that RcWUS and RcSERK1 were highly expressed in columella cells and root stem cells resulting in the conversion of cell fate into shoot apical meristems or embryogenic callus. In addition, transgenic XVE::RcWUS lines showed repressed RcWUS overexpression while RcWUS had no effect on PLB morphogenesis. Furthermore, higher expression of the root stem cell marker RcWOX5 and root stem cell maintenance regulator genes RcPLT1 and RcPLT2 indicated the presence of a dedifferentiation developmental pathway in the stem cell niche of rhizoids. Viewed together, our results indicate that different cells in rhizoid tips acquired regeneration competence after induction by TDZ. A novel developmental pathway containing different cell types during PLB formation was identified by analyzing the endogenous auxin and cytokinin content. This study also provides a deeper understanding of the mechanisms underlying in vitro regeneration in Rosa.

  11. Mordedura canina e atendimento antirrábico humano em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V.M.R. Oliveira

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi descrever e avaliar a mordedura canina e o atendimento antirrábico humano em Minas Gerais, de 1999 a 2004, correlacionando fontes de informação e áreas de risco predeterminadas para raiva humana transmitida por cão. Realizou-se um estudo observacional descritivo retrospectivo, utilizando-se, de forma adaptada, a análise exploratória de prontuários dos atendimentos da Superintendência de Epidemiologia da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (339.012 de atendimentos, do Sistema de Informação de Notificação de Agravos, do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Sistema de Informações Hospitalares e do Programa Nacional de Imunizações (132.452 fichas. Para a classificação dos agravos, usou-se o Código Internacional de Doenças (10ª revisão. Os dados foram armazenados e analisados com auxílio dos softwares Epi-Info, Tab-Win e Office®. Verificou-se que o tratamento antirrábico humano é excessivo nas áreas de baixo e médio risco para raiva e, ao contrário, reduzido nas áreas de alto risco. O perfil do paciente é estudante masculino, menor de 14 anos, residente em área urbana de baixo risco para raiva humana transmitida por cão, com mordedura única nos membros, provocada por cão sadio e observável. Os sistemas de informação não oferecem a confiabilidade necessária ao médico responsável para a prescrição do tratamento antirrábico adequado. A profilaxia da raiva deve ter um aspecto multicêntrico, com interfaces na atenção tanto à saúde humana quanto à animal, o que não tem ocorrido, propiciando falhas na vigilância e no atendimento do agravo.

  12. Contaminación fecal canina en plazas y veredas de Buenos Aires, 1991-2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Rubel

    2010-08-01

    Full Text Available El objetivo del trabajo fue presentar y analizar los datos de contaminación fecal canina y parasitaria en plazas y veredas de Buenos Aires obtenidos entre 1991 y 2006 por la Cátedra Parasitología General (Facultad de Ciencias Exactas y Naturales, Universidad de Buenos Aires. Se censaron las heces en varias plazas cada año en un único día entre 1991-2006. A partir del año 2000 se censaron heces en veredas circundantes. En cada plaza se seleccionaron al azar 30 heces frescas que se conservaron en formol 5% para su análisis parasitológico por el método de flotación de Willis con solución saturada de ClNa. Los 51 censos presentaron una mediana de heces de 288; un 82% de las heces se observaron en los canteros de tierra o pasto. La contaminación fecal en las plazas fue mayor en el período 2000-06 que en el anterior (p = 0.0000. La contaminación fecal de las plazas aumentó con la densidad humana en las manzanas lindantes (p = 0.0076. Las veredas mostraron un patrón inverso, ya que la contaminación fecal fue mayor en las áreas menos densamente pobladas (p = 0.0000. Se detectaron parásitos en un número variable de las heces colectadas en todas las plazas. Los géneros más frecuentes fueron Ancylostoma (20.47%, Trichuris (2.59% y Toxocara (1.70%. Nuestros resultados indican un aumento en la contaminación fecal de las plazas, posiblemente asociado con el aumento del número de perros en la ciudad combinado con las deficiencias en la implementación y el seguimiento de las medidas de control.

  13. Thidiazuron Triggers Morphogenesis in Rosa canina L. Protocorm-Like Bodies by Changing Incipient Cell Fate.

    Science.gov (United States)

    Kou, Yaping; Yuan, Cunquan; Zhao, Qingcui; Liu, Guoqin; Nie, Jing; Ma, Zhimin; Cheng, Chenxia; Teixeira da Silva, Jaime A; Zhao, Liangjun

    2016-01-01

    Thidiazuron (N-phenyl-N'-1,2,3-thiadiazol-5-ylurea; TDZ) is an artificial plant growth regulator that is widely used in plant tissue culture. Protocorm-like bodies (PLBs) induced by TDZ serve as an efficient and rapid in vitro regeneration system in Rosa species. Despite this, the mechanism of PLB induction remains relatively unclear. TDZ, which can affect the level of endogenous auxins and cytokinins, converts the cell fate of rhizoid tips and triggers PLB formation and plantlet regeneration in Rosa canina L. In callus-rhizoids, which are rhizoids that co-develop from callus, auxin and a Z-type cytokinin accumulated after applying TDZ, and transcription of the auxin transporter gene RcPIN1 was repressed. The expression of RcARF4, RcRR1, RcCKX2, RcCKX3, and RcLOG1 increased in callus-rhizoids and rhizoid tips while the transcription of an auxin response factor (RcARF1) and auxin transport proteins (RcPIN2, RcPIN3) decreased in callus-rhizoids but increased in rhizoid tips. In situ hybridization of rhizoids showed that RcWUS and RcSERK1 were highly expressed in columella cells and root stem cells resulting in the conversion of cell fate into shoot apical meristems or embryogenic callus. In addition, transgenic XVE::RcWUS lines showed repressed RcWUS overexpression while RcWUS had no effect on PLB morphogenesis. Furthermore, higher expression of the root stem cell marker RcWOX5 and root stem cell maintenance regulator genes RcPLT1 and RcPLT2 indicated the presence of a dedifferentiation developmental pathway in the stem cell niche of rhizoids. Viewed together, our results indicate that different cells in rhizoid tips acquired regeneration competence after induction by TDZ. A novel developmental pathway containing different cell types during PLB formation was identified by analyzing the endogenous auxin and cytokinin content. This study also provides a deeper understanding of the mechanisms underlying in vitro regeneration in Rosa.

  14. DETECCIÓN DE ANTICUERPOS ANTI-Leishmania (Trypanosomatidae EN POBLACIONES CANINAS DEL DEPARTAMENTO DE SUCRE, COLOMBIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Enrique Paternina Tuirán

    2015-11-01

    Full Text Available RESUMENEl objetivo de la investigación fue determinar la prevalencia de anticuerpos anti-Leishmania en perros del departamento de Sucre, Colombia. Se analizaron 122 perros del área rural de los municipios de Ovejas, Sampués y Sincelejo, mediante la técnica de inmunofluorescencia indirecta (IFI. Anticuerpos anti-Leishmania fueron detectados en el 69,6 % (IC95 % = 61,1 – 78,2 de la población canina estudiada. En el municipio de Sincelejo la seropositividad fue del 72 % (IC95 % = 61,1 – 82,8, en el municipio de Sampués del 68,4 % (IC95 % = 52,3 – 84,5 y en el municipio de Ovejas del 55,5 % (IC95 % = 21,2 – 86,3. Los animales seropositivos fueron principalmente caninos jóvenes y adultos. El 17,6 % de los perros seropositivos mostró signos clínicos compatibles con leishmaniasis canina, entre los cuales la onicogrifosis, alopecia y caquexia fueron los más comunes. La alta frecuencia de caninos con anticuerpos a Leishmania detectada en el presente estudio, pone de manifiesto la hiperendemicidad de la leishmaniasis canina en esta zona del país, así como el alto riesgo de brotes epidémicos de la enfermedad.ABSTRACTThe aim of this survey was to determine prevalence of antibodies against Leishmania in dogs from Sucre, Colombia. We analyzed 122 dogs in rural areas from municipalities of Sampués, Ovejas and Sincelejo, by indirect immunofluorescence (IFA. Anti-Leishmania antibodies were detected in 69.6 % (95 % CI = 61.1 to 78.2 of the selected canine population. In the municipality of Sincelejo, Sampues and Ovejas, the seropositivities were 72 % (95 % CI = 61.1 to 82.8, 68.4 % (95 % CI = 52.3 to 84.5 and 55.5 % (95 % CI = 21.2 to 86.3 respectively. Seropositive animals were mainly young and adult dogs. The 17.6 % of seropositive dogs showed clinical signs compatible with canine leishmaniasis; onychogryphosis, alopecia and cachexia were the most common ones. The detected high frequency of canines with antibodies against Leishmania in the

  15. Evolución y letalidad por endocarditis infecciosa en pacientes atendidos en el Hospital Nacional Dos de Mayo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelyn Sánchez

    2006-06-01

    Full Text Available Objetivo: Evaluar la evolución y letalidad de los pacientes portadores de endocarditis infecciosa, así como la presencia de complicaciones y la influencia de estas sobre la mortalidad. Diseño: Estudio longitudinal no concurrente. Lugar: Servicio de cardiología del Hospital 2 de Mayo, hospital universitario. Pacientes: Pacientes con diagnóstico de endocarditis infecciosa. Intervenciones: Se revisó las historias clínicas de los pacientes con diagnóstico de endocarditis infecciosa atendidos entre junio de 1999 y junio de 2005. Se evaluó los criterios clínicos, de laboratorio y ecocardiográficos (criterios de Duke empleados en el diagnóstico. Para el análisis estadístico, se realizó el análisis descriptivo y comparativo con el empleo de las pruebas de Fisher y t de Student y la comparación de las curvas de Kaplan Meier, para evaluar la supervivencia a través de la prueba de rango logarítmico. Principales medidas de resultados: Evaluación de supervivencia: Complicaciones y mortalidad en pacientes en endocarditis infecciosa. Resultados: Se estudió 75 pacientes, la edad promedio fue 42,1±20,4 años, 66,7% del sexo masculino. El 93,3% tenía cardiopatía de base. La presentación clínica incluyó insuficiencia cardiaca congestiva (73,3%, encefalopatía (17,3% y fenómenos embólicos (50,6%. Se evaluó la evolución de los parámetros de laboratorio, evidenciándose deterioro de la función renal. El ecocardiograma evidenció presencia de vegetaciones en 97,3% y complicaciones, como rotura valvar (8%, abscesos valvares (4%. Durante la evolución, se sometió a cirugía a 14,7%. La letalidad general fue 14,7%, la cual estuvo influenciada por el número de complicaciones, en particular las complicaciones sépticas y renales, que impactaron de igual manera en la probabilidad de supervivencia de estos pacientes. Conclusiones: Se registró una letalidad general de 14,7%. La probabilidad de supervivencia se vio afectada

  16. Análisis bibliométrico de las publicaciones sobre enfermedades infecciosas en colombia, 2000-2009

    OpenAIRE

    Mattar V, Salim; Gonzalez Tous, Marco; Rios Rincon, Rodrigo

    2012-01-01

    Objetivo Analizar la producción científica en el área de las enfermedades infecciosas en Colombia durante el periodo de 2000-2009. Material y métodos Se realizó una búsqueda bibliográfica en las revistas de categoría A del Publindex de Colciencias. Las revistas fueron: Biomédica, Salud Pública de la Universidad Nacional, Colombia Médica, Ciencias Pecuarias, Iatreia, MVZ Córdoba, Medicina de la Universidad Nacional e Infectio. Resultados Se encontraron un total de 2 963  publicaciones, 2 744 (...

  17. ANTICUERPOS CONTRA EL VIRUS DE LA ANEMIA INFECCIOSA AVIAR EN REPRODUCTORAS Y NIVELES DE TRANSFERENCIA PASIVA A LA PROGENIE.

    OpenAIRE

    Quezada A., Benjamín; Laboratorio de Patologia Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Icochea D., Eliana; Laboratorio de Patologia Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Alba Ch., Mónica; Laboratorio de Patologia Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Gonzáles V., Rosa; Laboratorio de Patologia Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima

    2012-01-01

    El presente estudio se llevó a cabo en tres granjas de reproductoras de carne de la línea Cobb para determinar el nivel y persistencia de anticuerpos al virus de la Anemia Infecciosa Aviar (CIAV) en aves que fueron fueron vacunadas en la etapa de levante. Las aves de una granja (G1) se vacunaron vía oral y las aves de otra granja (G2), por vía intramuscular. Las aves de la tercera granja (G3) no fueron vacunadas pero estuvieron expuestas al virus de campo como todas. Las aves se muestrearon a...

  18. Bioactive ingredients of rose hips (Rosa canina L with special reference to antioxidative and anti-inflammatory properties: in vitro studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Winther K

    2016-02-01

    Full Text Available Kaj Winther,1 Anne Sophie Vinther Hansen,1 Joan Campbell-Tofte2 1Department of Nutrition, Exercise and Sports, University of Copenhagen, Frederiksberg C, Denmark; 2Coordinating Research Unit, Frederiksberg University Hospital, Copenhagen, Denmark Abstract: Rosa canina pseudo fruits, often referred to as rose hips, have been used as herbal medicine for more than 2,000 years, yet research has only recently begun to clarify specific mechanisms by which this plant product affects human health. Numerous compounds have been identified, and speculations of their bioactivity have implicated flavonoids, carotenoids, and fatty acids (FAs. With more than 4,500 representatives, flavonoids have been subjected to comprehensive research, with results that suggest various individual structures may be health-promoting compounds, also in rose hips. The importance of carotenoids from R. canina is currently being debated, because the demonstration of specific bioactivity among this group is presently less clear. The benefits of specific FAs have been investigated for decades, and several types of FAs are termed “essential” for human health. The specific mechanisms for bioactivity associated with three FAs that are abundant in R. canina fruits have been clarified in research. For example, linoleic acid, α-linolenic acid (mostly present in the seeds from R. canina and a galactolipid ((2S-1,2-di-O-[(9Z,12Z,15Z-octadeca-9-12-15-trienoyl]-3-O-β-d-galactopyranosyl glycerol, referred to as GOPO, have been shown to have anti-inflammatory properties. The aim of this review is to critically analyze the published literature on rose hip research, with emphasis on the broadness and varying significance of the publications. Initially, we describe the chemical ingredients of R. canina pseudo fruits, with some focus on what ingredients are found in the whole pseudo fruit and what we know is confined to the seeds (achene seeds, and/or the shells (hypanthium. Then, we evaluate

  19. Tratamento cirúrgico da endocardite infecciosa Surgical treatment of infective endocarditis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Roberto Hoppen

    1995-12-01

    Full Text Available RAvaliaram-se as indicações, as alterações e os resultados cirúrgicos de 28 pacientes, operados por endocardite infecciosa (EI no período de 1983 a 1994. O diagnóstico clínico foi confirmado pela ecocardiografia e pela cineangiocardiografia. Dos pacientes, 65% eram do sexo masculino e 25% do feminino, com média de idades de 35,21 (14 a 67 anos. Noventa e três por cento dos pacientes estavam em classe funcional III e IV (NYHA. O tempo decorrido entre o diagnóstico e a cirurgia foi em média de quatro semanas e meia (1 a 363 dias. A hemocultura foi positiva em 25% dos casos e os germes mais freqüentemente encontrados foram estreptococos e estafilococos. A valva aórtica foi a mais acometida e as vegetações foram as lesões mais comumente encontradas. O tratamento cirúrgico utilizado foi a plastia valvar em 2 casos e a substituição valvar por prótese em 26.Complicações ocorreram em 39,28% dos casos, com 5(18% mortes. Conclui-se que, embora rara, a EI é doença grave e, se não prevenida com adequada antibiótico-profilaxia ou tratada em tempo hábil, o paciente terá conseqüências graves, podendo, até mesmo, falecer.The indication, surgical pathology and the results of surgical treatment of 28 patients operated on for infectious endocarditis between 1983 and 1994 are here evaluated. The clinical diagnosis was confirmed by echocardiography and cineangiography. Seventy-five percent of the patients were male and 25% female, with the mean age of 35.2 (14 to 67 years old. Ninety three percent were in functional class III or IV (N Y H A. Elapsed time between diagnosis and surgery was around 4 weeks (1-363 days. A positive hemoculture was present in 25% of the cases and the commonest bacteria found were streptococcus and staphilococcus. The aortic valve was the one usualy affected and vegetations was the usual finding. Surgical treatment consisted of valvuloplasty in 2 cases and valve replacement in 26. Complications were present

  20. ASOCIACIÓN SEROLÓGICA DE LA RINONEUMONITIS VIRAL EQUINA Y LA ANEMIA INFECCIOSA EQUINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albeiro López-Herrera

    2008-04-01

    Full Text Available Objetivo. Determinar el nivel de asociación serológica entre los herpesvirus equinos tipos 1 y 4 (HVE-1 y HVE-4 causantes de la rinoneumonitis equina y el virus de la anemia infecciosa equina (VAIE en caballos de trabajo provenientes de 5 municipios del Meta. Materiales y métodos. Se realizó una encuesta serológica transversal en 68 equinos provenientes de los municipios de San Martín, Guamal, Restrepo, Cumaral y Paratebueno. Para la evaluación de los anticuerpos contra los HVE-1 y HVE-4, se utilizó un ELISA indirecto para detectar la presencia de anticuerpos dirigidos contra la glicoproteína G del HVE-1 y HVE-4 (Svanovir ™ EHV1/EHV4-Ab ELISA; para el diagnóstico de anticuerpos contra el VAIE se utilizó la prueba de inmunodifusión en agar de gel de Coggins. Resultados. No se encontraron reactores al HVE-1; sin embargo, el porcentaje de seropositividad fue de 94.12% (64/68 y 13.2%(9/68 para HVE-4 y VAIE respectivamente. El porcentaje de animales coinfectados HVE-4 y AIE fue 13.23% (9/68. Cuando se discriminaron los resultados por Municipio se encontró un 27.9% (19/68 de reactividad en el municipio de Restrepo, 26.5% (18/68 en Cumaral, 14.7% (10/68 en Paratebueno, 14.7% (10/68 en Guamal, y 10.3% (7/68 en San Martin. El porcentaje de reactores por municipio al VAIE fue Cumaral 5.88% (4/68, Restrepo 4.4% (3/68, Guamal 1.47%(1/68 y San Martín 1.47% (1/68. Conclusión. El alto porcentaje de coinfección entre HVE-4 y VAIE sugiere un efecto importante en la interacción, pues el efecto inmunosupresor del VAIE podría facilitar la reactivación del estado latente del HVE-4.

  1. Características dos doadores de córneas do Banco de Olhos de Cascavel: impacto do exame anti-HBc para hepatite B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cesar Nobuo Shiratori

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Traçar o perfil dos doadores de tecidos oculares humanos na região de atuação do Banco de Olhos de Cascavel - Paraná (PR e verificar o impacto da positividade da sorologia positiva para hepatite B (anti-HBc no descartes dos tecidos oculares. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal de dados do Banco de Olhos de Cascavel do período de março de 2006 a abril de 2007. Informações como idade, sexo, causa de óbito, tempo entre óbito e enucleação e resultados sorológicos de doadores foram coletadas. Dados foram agrupados para caracterização da população de estudo e distribuídos segundo positividade da sorologia para hepatite B (anti-HBc. RESULTADOS: A média de idade dos doadores foi de 54,2 ± 20,6 anos e a maioria era do sexo masculino (64,7%. Tempo médio entre óbito e enucleação foi de 3,8 ± 2,4 horas, a principal causa de óbito foram doenças cardiovasculares (34,5%. Positividade para os marcadores anti-HBc e HBsAg foi de 47,4% e 1,5%, respectivamente, sendo os exames sorológicos para hepatite B a maior causa de descarte dos tecidos oculares doados. Doadores com sorologia positiva para anti-HBc apresentaram maior média de idade comparados com doadores com sorologia negativa (p<0,001. Somente 0,8% das doações apresentaram sorologia positiva para hepatite C. Não houve doações com sorologia para HIV positiva no período do estudo. CONCLUSÕES: Implementação do Banco de Olhos de Cascavel aumentou significativamente a disponibilização de córneas para transplante no Estado do Paraná. A principal contraindicação para disponibilização de tecidos oculares foi a positividade na sorologia para anti-HBc. Estudos de biosegurança devem ser realizados a fim de investigar o potencial de transmissão da hepatite B de doadores positivos para esse marcador. A inclusão desses doadores como doações efetivas acarretaria maior disponibilização de tecidos para transplantes.

  2. Prevalência de imunidade à hepatite B entre profissionais de enfermagem atuantes em hemodiálise Prevalence of immunity to hepatitis B among nursing professionals active in hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eveline de Lima Maia

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prevalência de imunidade à hepatite B entre profissionais de enfermagem atuantes em hemodiálise. Métodos: Estudo seccional desenvolvido com 63 profissionais de um serviço privado de hemodiálise e 29 de um serviço público que responderam questionário contendo informações demográficas, trabalhistas, sobre adoção de medidas de biossegurança em hemodiálise e relativas à vacinação, imunidade e exposição ocupacional e não ocupacional ao vírus da hepatite B. Resultados: Entre os profissionais do serviço privado, a prevalência de imunidade à hepatite B foi de 93,7% e, entre os profissionais do serviço público, a prevalência foi de 86,2%; em ambos serviços diferenças estatisticamente significativas não foram encontradas quando características demográficas, trabalhistas e de exposição ocupacional e não ocupacional ao vírus da hepatite B foram consideradas. Conclusão: Possivelmente essas elevadas prevalências se deviam ao esquema vacinal completo contra a hepatite B encontrado em mais de 80% dos profissionais de enfermagem participantes do estudo.

  3. Programa de control de la población canina en el distrito de Surquillo Lima, Perú

    OpenAIRE

    Arata Azcárate, Carla; Reategui Vargas, Gianina

    2016-01-01

    La falta de control en la población canina y el elevado número de perros sin propietario en las calles (denominados “perros callejeros”) es un problema que afecta a la gran mayoría de ciudades del mundo. La presencia de perros en la vía pública es una imagen común en Latinoamérica y en el Perú. Se estima que en el Perú hay más de 6 millones de perros viviendo en las calles. El 60% de las personas no creen que es importante hacerse responsables de sus mascotas porque siguen considerando qu...

  4. Characterization of biochemical traits of dog rose (Rosa canina L.) ecotypes in the central part of Iran.

    Science.gov (United States)

    Javanmard, Milad; Asadi-Gharneh, Hossein Ali; Nikneshan, Pejman

    2017-11-14

    Dog rose (Rosa canina L.) is a wild native species in Iran, with a significant genetic diversity. This plant serves as a rich source of vitamin C, anthocyanins, phenolic contents and carotenoids. Rose hips have been used in several food products, as well as perfumery and cosmetics industries. In this research, we investigate biochemical characteristics of five dog rose ecotypes (Kopehjamshid, Zarneh, Miyankish, Aghcheh and Sadeghiyeh), that were collected from the central part of Iran (Isfahan province). Amounts of vitamin C, total carotenoids, total phenolic contents, total anthocyanins, macro and micro minerals were measured. Seed oil are extracted by soxhlet method and analysed by gas chromatography. The macro and micro minerals levels in the fruit vary significantly among these regions. The results of this study demonstrate that dog rose have great diversity and can be used in breeding programmes in order to increase nutrient values as a food resource additive.

  5. Antioxidant and cytotoxicitic effects of aqueous and alcoholic extracts of Rose Canina fruit on on the cell line U937

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2015-12-01

    Full Text Available Background : Reactive oxygen species (ROS can be lethal for the cell. Edible plants due to containing antioxidants reduce risk of disease and damages resulting from ROS. The aim of this study was to determine the antioxidant and cytotoxicity effects of aqueous and alcoholic fruit extracts of Rose Canina on the cell line U937. Materials and Methods: Cell line U937 (cell leukemia , human purchased from the Pasteur Institute were incubated for 24 hours.Oxidative stress was created by iron ( 50 mM or copper ( 50 mM and H2O2 (mM1% for cells, and the selected antioxidants ( aqueous and alcoholic extract, 15 µmol of separate concentration levels of 25,50, and 100 mM were added to them (except for control samples. Glutathione levels were measured by Tietze. Lipid peroxidation was detected by MDA assay method. LDH kit was used for cytotoxicity assessments. Data were analyzed using ANOVA and Tukey’s test. Results: Mean and Sd of MDA for alcoholic extract was 0.6338 and 0.0012 µm/mg protein and for aqueous extract were 0.6389 and 0.0017 vs. for control: 0.6570 and 0.0023, respectively (p<0.05. There was no significant differentce between glutathione amounts among alcoholic and aqueous extract samples and control sample. Aqueous and alcoholic extracts 25% more than other concentrations significantly decreased the MDA. Alcoholic extract 100% had the most(62/15% and 25% had the lowest (24/1% toxicity. Conclusion: Alcholic and aqueous extracts of Rosa Canina fruit lead to decrease in lipid peroxidation. Their high concentrations have the most toxicity.

  6. Mortalidade por hepatite viral B no Brasil, 2000-2009 Hepatitis B mortality in Brazil, 2000-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia de Cantuária Tauil

    2012-03-01

    Full Text Available Este trabalho trata-se de estudo descritivo, cujo objetivo foi descrever o perfil de mortalidade pelo vírus da hepatite B (VHB no Brasil e regiões, com base nos dados disponíveis no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM. Constituíram a população de estudo os óbitos pelo VHB registrados no SIM durante o período de 1º de janeiro de 2000 a 31 de dezembro de 2009. A taxa bruta de mortalidade no país permaneceu constante; a proporção de óbitos por hepatocarcinoma com VHB como causa associada não ultrapassou 7%. A taxa de mortalidade padronizada foi maior na Região Norte, e a mortalidade proporcional foi maior no sexo masculino. Em 2009, os anos potenciais de vida perdidos (APVP no sexo masculino foram maiores no grupo etário de 50 a 59 anos; no sexo feminino, no grupo de 40 a 49 anos. O maior aumento da taxa de APVP ocorreu no sexo masculino (60 a 69 anos. Esta pesquisa reforça a importância de se aumentarem as medidas de prevenção contra a hepatite B, além de se ampliar o acesso ao diagnóstico precoce para que haja a redução da mortalidade nas próximas décadas.This descriptive study focused on the mortality profile associated with hepatitis B virus (HBV in Brazil as a whole and by region, based on data from the Mortality Information System (MIS. The study sample consisted of deaths from HBV recorded in the MIS from January 1, 2000, to December 31, 2009. The crude mortality rate remained constant in the country; the proportion of hepatocellular carcinoma with HBV as the associated cause was no greater than 7%. The standardized mortality rate was highest in the North of Brazil, and the proportional mortality rate was higher in males. In 2009, the potential years of life lost (PYLL were highest in males in the 50-59-year age bracket and in females in the 40-49-year bracket. The largest increase in PYLL occurred in males 60 to 69 years of age. The study emphasizes the importance of scaling up preventive measures

  7. Endocarditis infecciosa derecha como primera manifestación de leucemia linfoblástica aguda en niños

    OpenAIRE

    Wilfrido Coronell-Rodríguez; Cindy Arteta-Acosta; María Teresa Rubio-Sotomayor; María Alejandra Suárez-Fuentes; Luis Gabriel Vinasco-Sánchez; Ángel Castro-Dager

    2017-01-01

    Introducción: La endocarditis infecciosa del lado derecho representa el 5 al 10% de los casos de endocarditis infecciosa en adultos, menos frecuente en niños. Serie de casos: Caso 1: Niña de 12 años de edad con fiebre y antecedentes de trauma en cadera izquierda por caída. Desarrolló dificultad respiratoria, choque, neumonía bilateral y celulitis en cadera izquierda. Los hemocultivos fueron positivos para Staphylococcus aureus resistente a meticilina (SARM), en tanto que el ecocardiograma ...

  8. The effects of rose hip (Rosa canina) on plasma antioxidative activity and C-reactive protein in patients with rheumatoid arthritis and normal controls

    DEFF Research Database (Denmark)

    Nielsen, Bente Kirkeskov; Christensen, Robin; Bügel, Susanne Gjedsted

    2011-01-01

    OBJECTIVES: Rose hip (Rosa canina) has been used as an herbal remedy against a wide range of ailments including inflammatory disorders. The anti-inflammatory and antioxidant properties of rose hips have been evaluated in vitro and active constituents have been isolated. Rose hip contains antioxid......OBJECTIVES: Rose hip (Rosa canina) has been used as an herbal remedy against a wide range of ailments including inflammatory disorders. The anti-inflammatory and antioxidant properties of rose hips have been evaluated in vitro and active constituents have been isolated. Rose hip contains...... reductase and catalase and the inflammatory marker C-reactive protein (CRP). The participants kept a food diary for the first 3 days and the last 3 days of the intervention period. The RA-patients completed The Stanford Health Assessment Questionnaire at baseline and follow-up. RESULTS: CRP...

  9. The role of rose hip (Rosa canina L) powder in alleviating arthritis pain and inflammation – part II animal and human studies

    OpenAIRE

    Marstrand, Kristian; Campbell-Tofte, Joan

    2016-01-01

    Kristian Marstrand,1 Joan Campbell-Tofte2 1Department of Orthopaedic Surgery, Elverum Hospital, Elverum, Norway; 2Coordinating Research Unit, Frederiksberg University Hospital, Frederiksberg, Copenhagen, Denmark Abstract: Rosa canina fruits (often known as rose hip) have been used in herbal remedies since ancient times. On the basis of anecdotal reports about the effects of rose hip preparations on human health and citations to the same in ancient texts, in vitro and in vivo studies have bee...

  10. The role of rose hip (Rosa canina L) powder in alleviating arthritis pain and inflammation – part II animal and human studies

    OpenAIRE

    Marstr; De, K.; Campbell-Tofte J

    2016-01-01

    Kristian Marstrand,1 Joan Campbell-Tofte2 1Department of Orthopaedic Surgery, Elverum Hospital, Elverum, Norway; 2Coordinating Research Unit, Frederiksberg University Hospital, Frederiksberg, Copenhagen, Denmark Abstract: Rosa canina fruits (often known as rose hip) have been used in herbal remedies since ancient times. On the basis of anecdotal reports about the effects of rose hip preparations on human health and citations to the same in ancient texts, in vitro and in vivo studies have bee...

  11. Extraction and Characterization of Phenolic Compounds from Rose Hip (Rosa canina L.) Using Liquid Chromatography Coupled with Electrospray Ionization - Mass Spectrometry

    OpenAIRE

    Andreea STĂNILĂ; Zoriţa DIACONEASA; Ioana ROMAN; Nicușor SIMA; Dănuț MĂNIUȚIU; Alin ROMAN; Rodica SIMA

    2015-01-01

    Wild berry are a rich of natural compounds which provide them high antioxidant potential. The compounds which provide them these proprieties are known to be vitamins, flavonoids, anthocyanins and phenolic acids. The aim of this study was to extract and characterize bioactive compounds from rose hip (Rosa canina L.) currently found in Romania. A qualitative high-performance liquid chromatography coupled with electrospray ionization mass spectrometric (ESI-MS) detection in positive ion mode has...

  12. AGLUTINACIÓN EN LÁTEX, ELISA Y HEMOAGLUTINACIÓN: ALTERNATIVAS PARA EL DIAGNÓSTICO DE LA PARVOVIROSIS CANINA EN HECES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramírez G. C.

    2005-12-01

    Full Text Available En vista de su alta morbilidad y letalidad, se han desarrollado varios métodos para el diagnóstico de la parvovirosis canina. Los más utilizados se basan en la detección de partículas virales excretadas en las heces durante la fase aguda de la enfermedad. Algunos requieren equipos especializados, lo que aumenta los costos y el tiempo de diagnóstico. Por esto, la simplificación de los métodos de diagnóstico con alta sensibilidad y especificidad es prioritaria. Este trabajo presenta el desarrollo de la técnica de aglutinación en látex para el diagnóstico de la parvovirosis canina en heces, comparada con un ELISA comercial y una hemoaglutinación. Sobre una población de 71 caninos con signos compatibles con parvovirosis canina, utilizando la prueba ELISA (SNAP® como referencia, se seleccionaron 21 caninos positivos. Empleando las muestras de materia fecal de los animales positivos se desarrollaron y compararon las pruebas de hemoaglutinación y aglutinación en látex. Se encontró una sensibili¬dad del 100% y una especificidad del 100% para aglutinación en látex y una sensibilidad del 95% y una especificidad del 100% para hemoaglutinación. Dada la sencillez de la prueba, los resultados obtenidos y sus costos, se recomienda la prueba de aglutinación en látex para el diagnóstico rápido y seguro de la parvovirosis canina.

  13. Parásitos zoonóticos en heces caninas en la ciudad de Bahía Blanca

    OpenAIRE

    la Sala, Luciano Francisco; Costamagna, Sixto R.; Leiboff, Anastasia

    2016-01-01

    [En Comunicaciones breves de la Revista Argentina de Zoonosis y Enfermedades Infecciosas Emergentes] Existe una gran cantidad de agentes infecciosos transmisibles entre el perro doméstico (Canis lupus familiaris) y el hombre. Entre estos se encuentran enteroparásitos, algunos de los cuales representan un riesgo para la salud pública aún en países desarrollados. La ciudad de Bahía Blanca, en Argentina, tiene una población de 301.531 habitantes distribuidos en 126.639 hogares. Asimismo, existen...

  14. Variables predictoras de embolias en endocarditis infecciosa Embolism predictors of infective endocarditis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto R. Cremona

    2007-02-01

    Full Text Available El evento embólico (EE aumenta la morbi-mortalidad de la endocarditis infecciosa (EI. La prevalencia de EE oscila entre 22% y 50%, pudiendo ocasionar hasta el 25% de las muertes de los pacientes que lo presentan. El EE puede ocurrir previamente al diagnóstico, durante el tratamiento o bien posteriormente al mismo. Nuestro objetivo fue analizar las características demográficas, clínicas, microbiológicas, ecocardiográficas y terapeúticas, de pacientes con EI (con y sin embolias para tratar de establecer variables predictoras del EE. Se realizó en el Hospital Italiano de La Plata, desde marzo de 1996 hasta diciembre de 2004, un estudio descriptivo observacional de una cohorte de pacientes con diagnóstico de EI. Se analizaron en forma retrospectiva 53 pacientes con EI (35 sin EE y 18 con EE. La presencia de vegetación (en el ecocardiograma transtorácico (ETT y/o en el transesofágico (ETE al momento del diagnóstico, el tamaño ³ 10 mm y el compromiso de la válvula mitral nativa, fueron las variables en las que existió una asociación estadísticamente significativa con el EE para ser consideradas como predictoras. El tamaño ³ 10 mm fue la única variable asociada a EE en el análisis de regresión logística. Durante el tratamiento antibiótico electivo hubo una reducción de EE, no observándose a partir de la segunda semana.The embolic event (EE increases the morbidity and mortality of infective endocarditis (IE. Prevalence of EE ranges between 22% and 50%, death rates being up to 25% of patients. EE may occur prior to diagnosis, during treatment or afterwards. The objective of this study was to evaluate the demographic, clinical, microbiological, echocardiographic and therapeutic characteristics in patients suffering from IE (with or without emboli in order to determine predictors for EE. A descriptive study based on observations of patient population diagnosed with IE was conducted at the Hospital Italiano of La Plata during

  15. Estudo da coagulação em um caso de hepatite de lábrea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mércia Cardoso de Paiva

    1984-03-01

    Full Text Available Um caso de hepatite de Lábrea nos possibilitou um estudo do comportamento dos fatores da coagulação nessa doença. O objetivo principal foi estudar a coagulação do sangue, visando: 1. conhecer os níveis dos fatores da coagulação na Febre Negra; 2. contribuir para o melhor conhecimento da doença, principalmente no que se refere às manifestações de hemorragia; 3. tentar correlacionar a gravidade do quadro clínico e prognóstico à intensidade das alterações dos fatores da coagulação. Os resultados evidenciaram uma alteração acentuada da crase sangüínea, sugerindo que, além do quadro infeccioso, o paciente desenvolveu, igualmente, uma síndrome de coagulação intravascular disseminada.A case of Labrea's hepatitis has allowed us to study the behavior of some coagulation factors in that disease. The main objectives were: 1. To measure the plasmatic concentration of the blood coagulation factors: 2. To further our understanding of that disease, including the hemorragic manifestations; 3. To correlate the severity of the clinical picture and prognosis with the intensity of change of the blood coagulation factors. The results showed great alterations of blood coagulation, suggesting that besides the infectius picture the patient had also developed a disseminated intravascular coagulation syndrome.

  16. Importância da resitência insulínica na hepatite C crônica Insulin resistance in chronic hepatitits C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edison Roberto Parise

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a importância da resistência insulínica no desenvolvimento da hepatite C crônica e sua interferência na resposta ao tratamento antiviral de pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. FONTE DE DADOS: Revisão bibliográfica de trabalhos publicados pelo MEDLINE e dados dos próprios autores. SÍNTESE DE DADOS: Nos últimos anos, grande número de publicações tem demonstrado importante associação entre resistência insulínica e hepatite C crônica. Aumento na prevalência de diabetes mellitus tipo 2, desenvolvimento de esteatose hepática (principalmente nos pacientes com infecção pelo genótipo não-3, progressão mais rápida da doença e redução na taxa de resposta virológica sustentada ao tratamento com interferon peguilado e ribavirina, têm sido todos associados à presença de resistência insulínica nos pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. A produção aumentada de fator de necrose tumoral pelo core do vírus da hepatite C é o principal mecanismo responsável pelo aparecimento da resistência insulínica. O fator de necrose tumoral afetaria a fosforilação do substrato do receptor de insulina diminuindo a captação de glicose e acarretando hiperinsulinemia compensatória. Aumento da siderose hepática e alterações dos níveis circulantes das adipocitocinas podem ter efeito adicional sobre a sensibilidade à insulina na hepatite C crônica. CONCLUSÕES: O diagnóstico e o tratamento da resistência insulínica nesses pacientes podem não só evitar o aparecimento das complicações, mas também prevenir a progressão da doença e, possivelmente, aumentar a taxa de resposta virológica sustentada ao tratamento com interferon peguilado e ribavirina.OBJECTIVE: To revise the importance of insulin resistance in the development of chronic hepatitis C and its interference in the response to the antiviral treatment of these patients. DATA SOURCE: Bibliographic revision of published papers in the

  17. INFLUÊNCIA DA INGESTÃO DO SUCO DE LARANJA SOBRE O ESTADO NUTRICIONAL E DIETÉTICO EM PACIENTES COM HEPATITE C CRÔNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delfina Alfredo MANJATE

    2013-01-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da hepatite C é um problema mundial de saúde pública. Afeta cerca de 170 a 250 milhões de indivíduos no mundo podendo levar a complicações como a cirrose e o hepatocarcinoma. Pacientes com hepatite C crônica, na maioria das vezes, têm ingestão inadequada de nutrientes, macronutrientes e micronutrientes, o que induz a modificações do estado nutricional. A suplementação com vitamina C neste tipo de enfermidade tem demonstrado benefícios, no entanto as informações disponíveis são muito limitadas. O estudo teve como objetivo avaliar e testar o efeito da ingestão regular do suco de laranja sobre o estado nutricional e dietético de pacientes com hepatite C crônica. Participaram do estudo 23 pacientes voluntários, sendo 13 homens e 10 mulheres, atendidos no Serviço Especial de Saúde de Araraquara (SESA. Os pacientes consumiram durante 8 semanas 500 mL.d-1 de suco de laranja. No início do estudo e após as 8 semanas de intervenção com suco os pacientes foram submetidos a avaliação dietética e antropométrica. Esta intervenção dietética não alterou o estado nutricional dos pacientes.

  18. Patología infecciosa. Problemas actuales: Introducción a la Mesa Infectious diseases, current problems: Introduction

    OpenAIRE

    V. Martínez Suárez

    2009-01-01

    En los últimos años se han producido considerables transformaciones en el campo de las enfermedades infecciosas pediátricas. El primer dato a resaltar es un relativo control de las mismas, debido a la mejoría de las condiciones sociosanitarias en la población, la generalización de las inmunizaciones y al desarrollo de fármacos antibióticos cada vez más efectivos. Junto a ello, el desarrollo de medios de diagnóstico más fiables y rápidos, incluidos los medios de diagnóstico epidemiológico basa...

  19. Estudio PET/TC en patología inflamatoria-infecciosa PET/CT in infectious and inflammatory pathology

    OpenAIRE

    Cecilia Carrera; Silvina De Luca; Laura Tisser; Mariana Jakubowicz; Emilia Casalini Vañek; Eduardo Eyheremendy

    2012-01-01

    Objetivo. Demostrar la utilidad del examen PET/TC en patología inflamatoria-infecciosa. Materiales y Métodos. Evaluación retrospectiva (enero de 2009 - mayo de 2011) de los exámenes de tomografía por Emisión de Positrones/ Tomografía Computada (PET/TC), realizados en nuestra institución con un equipo híbrido SIEMENS-BIOGRAPH 16 (Siemens, Erlangen, Alemania). Se seleccionaron 5 pacientes. Resultados. Caso 1: paciente de 68 años de edad con fiebre de 6 meses de duración, fatiga y pérdida de pes...

  20. Hepatitis C: a challenge to hepatologists and to the liver transplantation team Hepatite C: um desafio aos hepatologistas e à equipe de transplante de fígado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana de Lourdes Candolo Martinelli

    2006-01-01

    Full Text Available Hepatitis C is the main cause of cirrhosis and hepatocellular carcinoma and the leading indication of liver transplantation. The aim of this article was to review specific epidemiological, clinical and therapeutic aspects of hepatitis C and theirs implication for the hepatologists belonging to liver transplantation services. These specific aspects were reviewed in the literature mainly using Medline. Data regarding the epidemiological, clinical and therapeutic aspects of hepatitis C are discussed, with emphasis on their consequences for the liver transplantation team. Hepatitis C is a challenge for hepatologists and for the liver transplantation team. The burden we observe today is the late consequence of infection that occurred in the past. Measures for early recognition of complications of liver disease are recommended. HCV treatment should always be performed before liver transplantation if possible, but if not, HCV recurrence should be recognized and treated early after transplantation.O objetivo deste artigo foi revisar aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos da hepatite C e suas implicações para a equipe de transplante de fígado. Esses aspectos específicos foram revisados na literatura usando principalmente o Medline.Dados relativos a aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos da hepatite C foram discutidos com ênfase nas suas conseqüências para a equipe de transplante de fígado. A hepatite C é um desafio para hepatologistas e para a equipe de transplante de fígado. A epidemia que observamos atualmente é a conseqüência tardia da infecção que ocorreu no passado. São recomendadas medidas para o reconhecimento precoce das complicações da infecção. Recomenda-se que o tratamento da hepatite C deve ser feito sempre que possível e de preferência, antes do transplante, mas se isso não for possível, esforços devem ser feitos para o reconhecimento precoce da reinfecção e instituição do tratamento.

  1. Influência da vitamina D associada ao interferon alfa-peguilado e ribavirina na resposta virológica sustentada na hepatite C crônica

    OpenAIRE

    Luiza Vitelo ANDRIGHETTO; Jacqueline Shaurich dos SANTOS; Graziella NICOLETTI; Patricia Martins BOCK

    2016-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da vitamina D no tratamento de hepatite C com interferon-alfa peguilado e ribavirina. Foram utilizados artigos científicos relevantes publicados entre os anos de 2000 e 2015. Em diversos estudos foi observado que níveis mais elevados de vitamina D estavam associados à rápida resposta ao tratamento e à maior taxa de RVS, sugerindo que a deficiência de vitamina D pode estar ligada a uma falta de resposta ao tratamento antiviral. A i...

  2. Custo-efetividade dos análogos de nucleosídeos/nucleotídeos para hepatite crônica B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Maciel Almeida

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conduzir uma análise de custo-efetividade das alternativas medicamentosas com terapia de resgate na recaída por resistência viral para tratamento de pacientes com hepatite crônica B (HCB. MÉTODOS: Coorte hipotética de pacientes com HCB, HBeAg negativo, sem evidência clínica ou histológica de cirrose, DNA do VHB detectável, diagnóstico histológico da doença, HBsAg positivo no soro por mais de seis meses, elevados níveis de alanina transferase (ALT (duas vezes maior que o limite superior da normalidade [LSN] e média de idade de 40 anos. Modelo de Markov foi desenvolvido para a hepatite crônica B (antígeno HBeAg negativo com horizonte temporal de 40 anos. Custos e benefícios foram descontados em 5%. As taxas anuais de progressão, custos devido a complicações e a eficácia dos medicamentos foram obtidos da literatura. As incertezas foram avaliadas por análises de sensibilidade unidirecional e probabilística. RESULTADOS: Iniciar o tratamento com entecavir resultou em 0,35 ano de vida ganho em relação à lamivudina. A razão de custo-efetividade incremental foi de R$ 16.416,08 por anos de vida ganhos. Na análise de sensibilidade a razão de custo-efetividade incremental foi mais sensível à variação na probabilidade de transição de hepatite crônica B para cirrose compensada, taxa de desconto e preço dos medicamentos (± 10%. Na análise de sensibilidade probabilística, a curva de aceitabilidade mostrou que iniciar com entecavir foi a alternativa mais custo-efetiva na comparação ao uso de lamivudina. CONCLUSÕES: A disponibilidade do entecavir é economicamente atrativa como parte do tratamento precoce para pacientes com hepatite crônica B sem coinfecção com o HIV.

  3. Conhecimento dos obstetras sobre a transmissão vertical da hepatite B Knowledge of obstetricians about the vertical transmission of hepatitis B virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseni Santos da Conceição

    2009-03-01

    Full Text Available CONTEXTO: A transmissão vertical é responsável por 35% a 40% dos novos casos de hepatite B no mundo e a infecção precoce pelo vírus da hepatite B aumenta o risco de evolução para a hepatite crônica, cirrose e carcinoma hepatocelular. OBJETIVO: Determinar o conhecimento dos obstetras sobre as práticas para o diagnóstico da infecção pelo vírus da hepatite B em gestantes e as condutas para a prevenção desta infecção em recém-nascidos de mães infectadas. MÉTODOS: Foram sorteados aleatoriamente profissionais de saúde cadastrados na Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia da Bahia, que foram convidados a responder um questionário anônimo com informações sobre sua formação acadêmica, o local de trabalho, o contato com estudantes e as suas práticas profissionais em relação ao vírus da hepatite B. Adotou-se como critério de exclusão o não exercício atual da obstetrícia e a não residência na Bahia. A análise dos dados foi feita através do programa estatístico Epiinfo e para análise das correlações foi adotado intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foram entrevistados 301 obstetras, dos quais 90,3% reconheciam a transmissibilidade vertical do vírus da hepatite B e 81,7% solicitavam algum exame para detecção de hepatite B durante o pré-natal de suas pacientes. Sessenta e seis por cento dos médicos entrevistados referiram o AgHBs como o marcador sorológico mais adequado para avaliar a presença de infecção pelo VHB. Apenas 13,0% destes profissionais indicavam de modo sistemático a vacina contra a hepatite B e a administração de imunoglobulina nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido de mães infectadas. O número de respostas corretas quanto à transmissibilidade vertical do VHB, ao marcador sorológico mais adequado e à conduta para o recém-nascido de mãe infectada foi maior entre os obstetras que possuíam o Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia que entre os demais

  4. Hepatite B crônica e a superinfecção por vírus D em pacientes na Amazônia Ocidental brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Siqueira de Oliveira

    2015-04-01

    Full Text Available Justificativa e objetivos: a hepatite B representa um problema de saúde pública de proporção mundial, sendo que a doença, quando associada à infecção por vírus D, desenvolve padrões clínicos severos. No Brasil, as infecções por vírus B (VHB e D (VHD apresentam indicadores elevados na região da Amazônia ocidental, onde são comuns os relatos de quadros graves da doença e mortes por hepatite fulminante. Os objetivos do presente estudo foram correlacionar aspectos clínicos, bioquímicos e sorológicos entre pacientes com infecção por VHB e aqueles superinfectados por VHD. Método: estudo descritivo com informações provenientes de fonte de dados secundários registrados em 208 prontuários de pacientes, divididos em grupos (VHB e VHB+VHD, acompanhados no ambulatório de hepatologia do Hospital de Dermatologia Sanitária na cidade de Cruzeiro do Sul, Acre, centro de referência da regional. Resultados: dos 208 prontuários analisados, 42,8% apresentaram infecção por VHB e 57,2% apresentaram diagnóstico de VHB associada ao VHD. Para ambos os grupos houve predominância do sexo masculino (VHB = 67,4% e VHB+VHD = 67,2%, com faixa etária entre 12 e 31 anos. Quanto à análise dos aspectos clínicos, sorológicos, bioquímicos e hematológicos, de modo geral, o grupo com infecção associada ao vírus D apresentou pior prognóstico frente ao grupo com monoinfecção por vírus B. Conclusão: a superinfecção por vírus D na Amazônia ocidental brasileira representa um grave problema de saúde, sendo necessários novos estudos, principalmente com abordagem clínica, com relação aos pacientes cronicamente afetados pela doença. DESCRITORES: Hepatite B. Hepatite D. Gastroenterologia.

  5. USO DE PRODUTOS NATURAIS PARA O TRATAMENTO DE DOENÇAS INFECCIOSAS: PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keylla Conceição Machado

    2014-03-01

    Full Text Available O uso de produtos naturais demonstram uma grande dimensão e conscientização através da aplicação empírica da fitoterapia entre a população. Esses produtos estão frequentemente em testes para comprovar sua eficácia em diversas patologias, dentre elas, as doenças infecciosas que representam graves problemas de saúde pública. O presente estudo objetivou realizar uma busca de anterioridade e apresentar uma visão geral do estado atual do desenvolvimento tecnológico relacionado ao uso de produtos naturais para o tratamento de doenças infecciosas. A prospecção foi realizada tendo como base os pedidos de patente depositados em 4 bancos de dados analisados, sendo eles, Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI do Brasil, no European Patent Office (EPO, United States Patent and Trademark Office (USPTO e World Intellectual Property Organization (WIPO. Após a pesquisa foi constatado apenas 20 patentes, demostrando que em 2008 foi observado o maior número de depósito e que os Estados Unidos se apresentam como o maior depositário, e demostrando a classificação internacional mais abundante foi A61K, que trata de preparações para finalidades médicas, odontológicas e/ou higiênicas. Contudo, foi observado que ainda existe um pequeno número de patentes, sendo necessário um interesse maior no uso de produtos naturais nessas doenças, que vem se manifestando cada vez mais.

  6. Esclerite infecciosa espontânea por Nocardia asteroides: relato de caso Spontaneus nocardial scleritis: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Peltier Urbano

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relato de caso raro de esclerite infecciosa por Nocardia asteroides, em paciente sem fatores de risco para esclerite. MÉTODOS: Paciente feminina, de 38 anos, apresentando olho vermelho e dor durante 1 mês, com esclerite nodular no olho direito. Sem história prévia de trauma ou cirurgia ocular. Exames laboratoriais normais, sem doenças sistêmicas ou imunodepressão. Foi submetida à biópsia diagnóstica, com ressecção conjuntival da área acometida, cuja cultura evidenciou Nocardia asteroides. Fez tratamento sistêmico com sulfametoxazol-trimetropima e tópico com colírio de amicacina. Após dois meses de tratamento apresentou remissão total do processo infeccioso e acuidade visual final corrigida 20/20. CONCLUSÃO: O diagnóstico e tratamento precoces na esclerite infecciosa por Nocardia asteroides podem permitir prognóstico visual satisfatório.PURPOSE: To report a case of Nocardia asteroides scleritis in a patient without risk factors for infeccious scleritis. METHODS: A 38-year old woman was initially examined for pain, discharge, photophobia of 1 month duration in her right eye. Her medical and ophthalmological history were unremarkable. The results of laboratory tests were normal. Surgical debridement of necrotic tissue was performed and material was sent for biopsy and culture confirmed as Nocardia asteroides. Treatment consisted of amikacin eyedrops, and systemic trimethropim-sulfamethoxazole. The infection resolved leaving scleral thinning and a subconjunctival fibrovascular scar. Best corrected visual acuity two months after referral had improved to LE, 20/20. CONCLUSION: Prompt evaluation and treatment is essential for successful management of Nocardia asteroides infectious scleritis.

  7. Disminución de enfermedades infecciosas intestinales relacionada al acceso a servicios de agua y desagüe en el Perú, 2002-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Arenas-Significación

    2011-12-01

    Full Text Available Introducción: En el Perú, las enfermedades infecciosas intestinales ocupan el tercer lugar en causas de morbilidad registradas en consulta externa. Por otro lado, el acceso a agua y desagüe existió en 74,7% y 62,8%, respectivamente. Objetivos: Determinar la correlación del acceso de agua potable y desagüe con las consultas por enfermedades infecciosas intestinales. Diseño: Estudio ecológico de series de tiempo. Institución: Facultad de Medicina de San Fernando, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima, Perú. Material: Registros del Ministerio de Salud y del Instituto Nacional de Estadística e Informática, Lima, Perú. Métodos: A partir de los registros del Ministerio de Salud (MINSA de las causas de morbilidad en consulta externa y datos del Instituto Nacional de Estadística e Informática (INEI, se realizó un estudio ecológico de serie de tiempo, del periodo 2002 al 2009. Se analizó los resultados con el coeficiente rho de Spearman. Principales medidas de resultados: Coeficientes de correlación. Resultados: Se obtuvo un rho = -0,810 y p = 0,015 para la relación entre acceso a agua potable y enfermedades infecciosas intestinales. Se obtuvo un rho = -0,714 y p = 0,047 para la relación entre el acceso a desagüe y enfermedades infecciosas intestinales. Interpretación: Se encontró correlación entre el porcentaje de acceso de agua potable y desagüe y el porcentaje de consultas externas por enfermedades infecciosas intestinales, en el periodo del 2002 al 2009, en el Perú.

  8. Morbilidad y mortalidad por enfermedades infecciosas intestinales (001-009: Cuba, 1980-1999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl L. Riverón Corteguera

    2000-06-01

    Full Text Available En los últimos 20 años la mortalidad por enfermedades infecciosas intestinales en menores de 5 años en el mundo se ha reducido de manera significativa; sin embargo, en 1998 se registraron en el nivel mundial 2,2 millones de defunciones en los menores de 5 años. En la actualidad todavía la mortalidad seconsidera un problema de salud muy serio, sobre todo en los países subdesarrollados. En Cuba, la mortalidad por estas enfermedades en los menores de 5 años se ha reducido de manera notable, aunque la morbilidad constituye un problema importante de salud en ciertos meses del año por las alzas estacionales de la enfermedad. Este artículo muestra los resultados del trabajo desplegado a partir de 1980 en el cual se puso en ejecución el Programa Mundial de Control de las Enfermedades Diarreicas por la Organización Mundial de la Salud, que en Cuba es una continuación del Programa Nacional de Lucha contra la Gastroenteritis que se inició en 1962. Los datos de morbilidad se ofrecen desde 1985 según diferentes grupos de edades. Las reducciones en la morbilidad han sido discretas; en los menores de 1 año fue del 30,8 %; en el grupo de 1 a 4 años, 8,0 %; en los menores de 5 años del 20,1 %; en los de 5 a 14 años del 3,5 % y en los menores de 15 años del 15,8 %. Las tasas de mortalidad disminuyeron en el período de 1980 a 1999 en el 91,0 % en los menores de un año; el 50,0 % en los niños de 1 a 4 años; 85,7 % en menores de 5 años; en 66,7 % en el grupo de 5 a 14 años, y en 81,1 % en los menores de 15 años. Los elementos fundamentales que han contribuido a esta disminución en la mortalidad por enfermedades diarreas han sido, en primer lugar el uso de las sales de rehidratación oral, en la prevención y tratamiento de la deshidratación, el uso racional de antimicrobianos, el incremento de la lactancia materna exclusiva, la capacitación de los recursos humanos, el tratamiento intensivo por parte de nuestros profesionales de la salud

  9. Phlebotomine sand flies and canine infection in areas of human visceral leishmaniasis, Cuiabá, Mato Grosso Flebotomíneos e infecção canina em áreas de leishmaniose visceral humana, Cuiabá, Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Leandro da Cruz Mestre

    2011-09-01

    Full Text Available Visceral leishmaniasis is a systemic infectious disease that can cause to a severe, potentially life-threatening chronic condition in humans. Risk factors for infection in urban areas have been associated with poor living conditions, the presence of sand fly vectors and infected pets. This study aimed to describe sand fly and canine infection in the neighborhoods of human visceral leishmaniasis occurrence in the city of Cuiabá, Mato Grosso State, central-western Brazil, reported between January 2005 and December 2006. A total of 1,909 sand flies were collected. They were predominantly males and the most frequent species were Lutzomyia cruzi (81.25%, Lutzomyia whitmani (13.88% and Lutzomyia longipalpis (2.62%. The sand fly density was not significantly correlated with the variation of environmental factors. The prevalence of canine visceral leishmaniasis in the neighborhoods studied was 26.82% and it was found that areas with high density of vectors coincided with areas of high prevalence of dogs and those with the highest rates of human cases. The study of vectors and other potential hosts are essential for a good understanding of visceral leishmaniasis and the related public health concerns, aiming at the prevention and control of leishmaniasis in the city of Cuiabá, Mato Grosso State.A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa sistêmica, de evolução crônica grave, potencialmente fatal para o homem. Os fatores de risco para a infecção em áreas urbanas têm sido associados às precárias condições de moradia, à presença de flebotomíneos vetores e de animais domésticos infectados. O presente trabalho objetivou descrever a fauna flebotomínica e infecção canina nos bairros de ocorrência da leishmaniose visceral humana no município de Cuiabá, Mato Grosso, notificados no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2006. Foram coletados 1.909 flebotomíneos, as espécies mais frequentes foram Lutzomyia cruzi (81,25%, Lutzomyia

  10. Seroprevalencia de leishmaniosis visceral canina en la comuna 8 de Neiva y en cuatro municipios de Huila, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernández

    2006-10-01

    Full Text Available Introducción. La leishmaniosis visceral canina en áreas endémicas de Colombia se constituye en un factor de riesgo para la salud pública, dado el carácter zoonótico de la enfermedad. Durante el año 2004 se registraron 96 casos de leishmaniosis visceral humana en el país, de los cuales cinco correspondieron al departamento del Huila, zona de influencia del vector Lutzomyia longipalpis. Objetivo. Determinar la prevalencia de anticuerpos IgG contra Leishmania chagasi en sueros de caninos recolectados en los municipios de Rivera, Palermo, Villavieja, Algeciras y la comuna 8 de la ciudad de Neiva, Huila, Colombia. Materiales y métodos. Se realizó una encuesta epidemiológica a los propietarios de 610 caninos y previo consentimiento se llevó a cabo examen clínico general y recolección de muestra de sangre de cada una de las mascotas. Los sueros fueron analizados mediante el test de ELISA empleando como antígeno promastigotes de Leishmania chagasi, de la cepa MHOM/CO/84/CL044B. El análisis de datos empleó estadística descriptiva. Resultados. En la población canina 85% fueron mestizos, la edad promedio fue 2,5 años y 67,3% de los animales fueron machos. Al examen clínico las manifestaciones más frecuentes fueron: onicogrifosis 24,3%, linfadenitis 10% y lesiones cutáneas 5%. La frecuencia de anticuerpos IgG contra Leishmania chagasi en la comuna 8 de la ciudad de Neiva fue 28,1%, en Villavieja 28%, en Rivera 14,9%, en Palermo 10% y en Algeciras 5,1%. Adicionalmente, se observó un promedio de cinco personas convivientes por canino seropositivo. Conclusiones. Estos datos demuestran la exposición de los caninos que habitan los ambientes rurales y urbanos de las zonas en estudio a Leishmania chagasi y deben tenerse en cuenta para el fortalecimiento de los programas de control y prevención de esta zoonosis en el Sistema General de Seguridad Social en Salud.

  11. História natural da hepatite crônica B Natural history of chronic hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferraz da Fonseca

    2007-12-01

    Full Text Available Estima-se que existam 350 milhões de portadores crônicos do VHB distribuídos ao redor do mundo. Três fases de infecção crônica pelo VHB são reconhecidas: fase de imunotolerância (HBsAg e HBeAg positivos, altos títulos de HBV-DNA, ALT normal e não evidência de doença hepática ativa; fase imunoativa ou de hepatite crônica B (HBsAg e HBeAg positivos, altos títulos de HBV-DNA, ALT elevada e evidência de doença hepática ativa; fase de portador inativo do VHB ou assintomático (HBsAg no soro sem o HBeAg , títulos do HBV-DNA An estimated 350 million people worldwide are chronically infected with hepatitis B virus (HBV. Three phases of chronic hepatitis B virus infection is are recognized: the immune tolerant phase (HBeAg-positive, high levels of serum HBV-DNA, normal ALT, and no evidence of active liver diseases, the immune clearance phase or chronic hepatitis phase (HBeAg-positive, high levels of serum HBV-DNA, elevated ALT, and active liver disease , and the inactive carrier state or asymptomatic phase (HBsAg-positive in serum without HBeAg, HBV-DNA levels than < 10(5 copies/mL, and normal ALT levels. Chronic hepatitis B is classified into 2 major forms: HBeAg-positive disease (wild-type HBV and HBeAg negative disease (pre-core/core promoter HBV variant. Both forms can lead to liver cirrhosis, hepatic decompensation and liver cancer. The purpose of this article is to review the principal aspects of natural history of chronic hepatitis B.

  12. Correlación de factores pronóstico clínicos, histopatológicos e inmunohistoquímicos en lesiones neoplásicas mamarias malignas en la especie canina

    OpenAIRE

    Pastor Sirvent, Nieves

    2016-01-01

    El objetivo final de este estudio ha sido analizar si la interacción de ciertos factores clínicos, morfológicos e inmunohistoquímicos tienen influencia sobre la evolución del carcinoma mamario en la especie canina. En este trabajo se ha realizado un examen retrospectivo previo sobre 858 pacientes para determinar la incidencia e importancia de la patología oncológica mamaria en las hembras de la especie canina, mediante el análisis de variables epidemiológicas (raza, mestizaje, edad y ta...

  13. Marcadores sorológicos da hepatite B em usuários de um Centro de Testagem para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Maria Rita de Cassia Costa

    2001-01-01

    Full Text Available Esta investigação objetivou estudar a prevalência de marcadores sorológicos de infecção pelo vírus da hepatite B e analisar possíveis fatores de risco em 404 usuários submetidos à sorologia anti-HIV no Centro de Testagem e Aconselhamento de Ribeirão Preto, SP, Brasil. A prevalência global dos marcadores para o vírus da hepatite B foi de 14,6%, idêntica à encontrada para o anti-HBc, com valores de 1% para o HBsAg e anti-HBc IgM. Após ajuste por regressão logística, os marcadores de infecção do vírus B mostraram associação com as variáveis: idade, local de residência, uso de drogas endovenosas e positividade para o HIV. A prevalência de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana foi de 6,9%. Marcadores do vírus B foram detectados em 55,6% dos usuários de drogas endovenosas e em 42,9% dos positivos ao vírus da imunodeficiência humana, confirmando altos índices de infecção nestes grupos específicos.

  14. Investigation of The Physiological Changes In (Rosa Canina L. Plant Members Comprising and Not Creating The Gall

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hülya Özpınar

    2013-04-01

    Full Text Available Chlorophyl a, Chlorophyl b, Carotenoid, total chloropyhl concentrations, Kl-a/Kl-b ratio, Total Chlorophyl/Carotenoid ratio, sugar and starch and total carbohydrate amounts, dry biomass changes and proline and sugar amounts interaction at fruit galls of Diplolepis mayri Schld. On Rosa canina L. were studied. We found that Kl-a, Kl-b, carotenoid concentrations increased but Kla/Kl-b ratio decreased and total chlorophyl/carotenoid ratio did not change with gall occurunce in leaves of galled plants. Sugar content at leaves of galled plants were found to be higher than sugar content of control group with galls. In contrast, starch content decreased. As total carbohydrate amount of galled plants declined with gall occurunce but increased with gall maturation. Generally, we found that dry biomass change and sugar content changes of leaves were similar. Monthly changes of sugar levels in fruits decreased depending on the nutrition of larva in galled fruits. It was also found that there is a similarity between the changes of proline and sugar levels as galls development. Proline levels were found to be very high in galled fruits of plants studied.

  15. Leishmaniose visceral: estudo de flebotomíneos e infecção canina em Montes Claros, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Érika Michalsky

    2005-01-01

    Full Text Available A leishmaniose visceral no Brasil estava inicialmente associada a áreas rurais, mas devido às diversas alterações no ambiente como, desmatamentos, urbanização e intenso processo migratório, ocorreu a expansão das áreas endêmicas, levando à urbanização da doença, principalmente nas regiões Sudeste e Centro Oeste do país. No município de Montes Claros, situado ao norte de Minas Gerais, foi feito um estudo para verificação da situação da LV. No ano de 2002 foi realizado inquérito sorológico canino e no período de setembro de 2002 a agosto de 2003 foi feito levantamento entomológico, utilizando armadilhas luminosas de CDC. A prevalência da LV canina apresentou taxa média de infecção em torno de 5%. A fauna de flebotomíneos estimada foi de 16 espécies, totalizando 1043 exemplares. Lutzomyia longipalpis foi a espécie predominante com 74%, o que sugere a sua participação na transmissão de LV em Montes Claros.

  16. Avanços no tratamento da hepatite pelo vírus B Advances in the treatment of hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Simão Ferreira

    2007-08-01

    Full Text Available Nos últimos anos, houve um grande progresso no tratamento da hepatite B crônica. Cinco drogas são hoje aprovadas para tratamento dessa virose: intérferon alfa, lamivudina, adefovir, entecavir e telbivudina. Os intérferons (convencionais ou peguilados foram as primeiras drogas utilizadas no tratamento dessas infecções podendo levar a resposta sustentada (perda do DNA-VHB e do AgHbe em até um terço dos casos tratados. Um grande número de análogos de nucleosídeos/nucleotídeos estão no momento, disponíveis para tratar a hepatite B; a eficácia da lamivudina, o primeiro análogo de nucleosídeo utilizado, é limitada pela elevada incidência de resistência. O adefovir tem eficácia comparável à lamivudina porém baixa freqüência de resistência. Entecavir e tenofovir também se mostram muito ativos em controlar a replicação do vírus da hepatite B, e estão associados com mínimo desenvolvimento de resistência, mesmo em tratamento prolongados. Outras drogas, tais como telbivudina, emtricitabina e clevudine, se tornarão em futuro próximo, novas armas no controle dessa virose. Co-infectados HIV/VHB representam um grupo de doentes de difícil manuseio e que hoje se beneficiam com combinações de drogas no esquema anti-retroviral potente que devem atuar em ambas as viroses. O desenvolvimento de antivirais mais potentes e novas associações de medicamentos, conjuntamente com a melhor compreensão dos mecanismos de resistência do vírus da hepatite B a terapia são importantes conquistas para melhorar a eficácia do tratamento e diminuir no futuro, a carga global de portadores do vírus da hepatite B.Over the last years there has been considerable progress in the treatment of chronic hepatitis B. Five drugs are now approved for the treatment of this virosis: interferon alpha, lamivudine, adefovir, entecavir and telbivudine. Interferons (conventional or PEG were the first medicine used in the treatment of hepatitis being able to

  17. RcRR1, a Rosa canina type-A response regulator gene, is involved in cytokinin-modulated rhizoid organogenesis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bin Gao

    Full Text Available In vitro, a new protocol of plant regeneration in rose was achieved via protocorm-like bodies (PLBs induced from the root-like organs named rhizoids that developed from leaf explants. The development of rhizoids is a critical stage for efficient regeneration, which is triggered by exogenous auxin. However, the role of cytokinin in the control of organogenesis in rose is as yet uncharacterized. The aim of this study was to elucidate the molecular mechanism of cytokinin-modulated rhizoid formation in Rosa canina. Here, we found that cytokinin is a key regulator in the formation of rhizoids. Treatment with cytokinin reduced callus activity and significantly inhibited rhizoid formation in Rosa canina. We further isolated the full-length cDNA of a type-A response regulator gene of cytokinin signaling, RcRR1, from which the deduced amino acid sequence contained the conserved DDK motif. Gene expression analysis revealed that RcRR1 was differentially expressed during rhizoid formation and its expression level was rapidly up-regulated by cytokinin. In addition, the functionality of RcRR1 was tested in Arabidopsis. RcRR1 was found to be localized to the nucleus in GFP-RcRR1 transgenic plants and overexpression of RcRR1 resulted in increased primary root length and lateral root density. More importantly, RcRR1 overexpression transgenic plants also showed reduced sensitivity to cytokinin during root growth; auxin distribution and the expression of auxin efflux carriers PIN genes were altered in RcRR1 overexpression plants. Taken together, these results demonstrate that RcRR1 is a functional type-A response regulator which is involved in cytokinin-regulated rhizoid formation in Rosa canina.

  18. ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO EXTRATO DE PRÓPOLIS FRENTE A ISOLADOS DE STAPHYLOCOCCUS COAGULASE POSITIVA E MALASSEZIA PACHYDERMATIS DE OTITE CANINA

    OpenAIRE

    Rosemari Laura Cardoso

    2009-01-01

    O objetivo do presente estudo foi avaliar o potencial antimicrobiano do extrato de própolis, substância natural conhecida pelas suas propriedades terapêuticas, frente a 67 isolados microbianos da otite canina. A Concentração Bactericida Mínima (CBM), do extrato de própolis, frente a isolados de Staphylococcus coagulase positiva e a Concentração Fungicida Mínima (CFM) para isolados de Malassezia pachydermatis foram determinadas utilizando-se a técnica de microdiluição em caldo. A CBM foi...

  19. Avances en nuevos marcadores de daño renal en el diagnóstico y tratamiento de la leishmaniosis canina

    OpenAIRE

    Guerrero Cabrera, Samantha

    2017-01-01

    La leishmaniosis canina (CanL, canine leishmaniosis) es una zoonosis endémica transmitida por vectores. La enfermedad renal es una de las principales complicaciones y causas de mortalidad en la CanL. En la leishmaniosis humana se ha observado disfunción renal tubular asociada con defectos en la concentración de orina y con desequilibrios electrolíticos. Las pruebas de laboratorio comúnmente utilizadas para evaluar la función renal carecen de una adecuada sensibilidad y especificidad, ...

  20. AGLUTINACIÓN EN LÁTEX, ELISA Y HEMOAGLUTINACIÓN: ALTERNATIVAS PARA EL DIAGNÓSTICO DE LA PARVOVIROSIS CANINA EN HECES

    OpenAIRE

    S Ariza; D Fuentes; VJ Vera; LC Villamil; GC Ramírez

    2005-01-01

    En vista de su alta morbilidad y letalidad, se han desarrollado varios métodos para el diagnóstico de la parvovirosis canina. Los más utilizados se basan en la detección de partículas virales excretadas en las heces durante la fase aguda de la enfermedad. Algunos requieren equipos especializados, lo que aumenta los costos y el tiempo de diagnóstico. Por esto, la simplificación de los métodos de diagnóstico con alta sensibilidad y especificidad es prioritaria. Este trabajo presenta el desarrol...

  1. Evaluación de Cuatro Protocolos de Anestesia sobre las Variaciones en las Funciones Vitales en la Ovariohisterectomía Canina

    OpenAIRE

    Huayta Huanca, Jhon David; Escuela Profesional de Medicina Veterinaria y Zootecnia, Facultad de Ciencias e Ingenierías Biológicas y Químicas, Universidad Católica de Santa María, Arequipa

    2016-01-01

    El presente estudio tuvo como objetivo la evaluación de los efectos de cuatro protocolos de anestesia sobre las funciones vitales de frecuencia cardiaca, pulso, frecuencia respiratoria, saturación de oxígeno y temperatura corporal en la ovariohisterectomía canina. Se seleccionaron 32 perras adultas (1-8 años), clínicamente sanas, sin distinción de peso ni raza, y clasificados como ASA I (84.4%) o II (15.6%) para ser sometidos a cirugía electiva (no emergencias). Los canes fueron distribuidos ...

  2. Estudio histológico, inmuno-histoquímico y de cultivo celular de mamas humana y canina normal y cancerosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carine Fernandes B.

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivo. Comparar las características morfológicas de células normales y cancerosas derivadas de glándulas mamarias de las especies humana y canina. Materiales y métodos. Fueron colectadas 10 muestras de parénquima mamario normal y 14 de parénquima tumoral de la especie canina, así como seis muestras de parénquima mamario normal y tres de parénquima tumoral de la especie humana. Para el cultivo de células fue utilizada la técnica de cultivo de células de mamíferos y para la histoquímica la técnica de la avidina- biotina- peroxidasa, con utilización del anticuerpo monoclonal 32-2B (anti-desmogléina-1. Resultados. A los estudios histológicos y morfológicos las células de la glándula mamaria normal humana demostraron semejanzas con las células de la glándula mamaria normal canina. Se observó adhesión y proliferación de células normales en ambas especies por aproximadamente tres meses de cultivo. Las células normales de las especies humana y canina mostraron baja actividad de proliferación cuando se compararon con las cancerosas de las especies en estudio. Los grupos de células epiteloides que se adhirieron al sustrato de los dos cultivos tuvieron dependencia de las células estromales, porque en la medida que las células fibroblastoides se retiraron, las células epiteloides detuvieron su crecimiento. Conclusiones. Comparando los resultados obtenidos por medio de análisis inmuno-histoquímico de células normales de mujeres y perras fue posible observar cambios en el patrón de coloración en células cancerosas en ambas especies, demostrando que las estructuras relacionadas con la adhesión celular (desmosomas pueden estar alteradas.

  3. Relato de caso autóctone de leishmaniose visceral canina na zona sul do município do Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Fabiano Borges Figueiredo; Carlos José de Lima Barbosa Filho; Edvar Yuri Pacheco Schubach; Sandro Antonio Pereira; Lílian Dias Nascimento; Maria de Fátima Madeira

    2010-01-01

    O Brasil enfrenta uma expansão e urbanização da leishmaniose visceral americana com casos humanos e caninos em várias cidades de grande porte. O presente relato descreve um caso de leishmaniose visceral canina autóctone em uma área não endêmica no município de Rio de Janeiro.Brazil is facing expansion and urbanization of American visceral leishmaniasis, with human and canine cases in several large-sized cities. This report describes an autochthonous case of canine visceral leishmaniasis in a ...

  4. Manejo clínico y diagnóstico terapéutico de un caso presuntivo de anemia hemolítica inmunomediada canina

    OpenAIRE

    Solano-Rodríguez, José Pablo; Suárez-Esquivel, Marcela; Astorga-Miranda, Nancy

    2015-01-01

    Las enfermedades autoinmunes (EAI) continúan representando un gran reto diagnóstico en medicina veterinaria y pueden ser confundidas fácilmente con otras patologías. El objetivo de este trabajo es ilustrar dicha situación con un caso presuntivo de anemia hemolítica autoinmune canina, una de las EAI más frecuente en caninos. Este caso fue atendido en el Hospital de Especies Menores y Silvestres de la Escuela de Medicina Veterinaria de la Universidad Nacional.Se recibió una hembra Pastor Austra...

  5. Corneal specular microscopy in infectious and noninfectious uveitis Microscopia especular de córnea em pacientes com uveítes infecciosas e não-infecciosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe de Oliveira

    2009-08-01

    Full Text Available PURPOSE: Involvement of the cornea endothelium during uveitis has not been extensively studied even though it might participate in or constitute a target of ocular inflammation. Formation of keratic precipitates (KP is a characteristic finding in several forms of uveitis. The aim of this prospective study was to examine the vicinity of keratic precipitates in infectious and noninfectious uveitis by specular microscopy. METHODS: Patients with infectious and noninfectious uveitis in any activity level and presence of keratic precipitates were enrolled. The mean age was 40.5 years (± 14.2 years. A Topcon SP-2000P noncontact specular microscope was used to capture endothelial images in the vicinity of keratic precipitates. Automated morphometric analysis was done for cell size, cell density and cells coefficient of variation. Statistical comparisons were made between the infectious and noninfectious groups. RESULTS: From the 25 patients enrolled in this study, 16 (44% eyes presented infectious uveitis, 19 (53% noninfectious uveitis and 1 (3% eye was excluded due to the impossibility to obtain a specular image. The mean cell density estimated was 2,628 ± 204 cells/mm² in infectious group and 2,622 ± 357 cells/mm² in noninfectious group. The mean cellular area in infectious and noninfectious group was respectively 385 ± 31 µm² and 390 ± 60 µm². The coefficient of variation (% of the cellular area in the vicinity of keratic precipitates was 26.36 ±3.44 in infectious and 27.69 ± 4.61 in noninfectious group. The differences between the groups were not statistically significant (POBJETIVO: Avaliar o endotélio corneano na presença de precipitados ceráticos em pacientes portadores de uveítes infecciosas e não-infecciosas com emprego da microscopia especular de não-contato. MÉTODOS: Prospectivamente foram incluídos 25 pacientes com média de idade de 40,5 (±14,2 anos. Os pacientes foram divididos em dois grupos de acordo com a etiologia

  6. Determinación de la sensibilidad a amoxicilina y a clindamicina de staphylococcus spp aislado de cavidad oral de pacientes con alto riesgo de endocarditis infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Barrientos

    2011-01-01

    Full Text Available En la literatura existen pocos estudios acerca de la distribución de Staphylococcus spp en boca y los que hay sobre estos microorganismos como residentes de la cavidad oral son controversiales.El género Staphylococcus spp conforma un importante grupo de patógenos en el ser humano y origina distintas enfermedades, entre ellas, la Endocarditis Infecciosa; de igual forma, la literatura reporta tasas de resistencia a amoxicilina y clindamicina antibióticos usados comúnmente para la profilaxis en odontología. Objetivo: Conocer la sensibilidad de Staphylococcus spp a amoxicilina y la clindamicina aislados de cavidad oral de pacientes con alto riesgo de Endocarditis Infecciosa.

  7. La endocarditis infecciosa de la válvula mitral durante el embarazo. A propósito de un caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuria Miranda

    2011-01-01

    Full Text Available La endocarditis infecciosa durante el embarazo es una entidad que se presenta con una baja incidencia en la práctica clínica habitual, por lo que a la hora de tomar la mejor opción terapéutica para gestante y feto se deben consensuar los conocimientos de los distintos equipos que intervienen en el manejo clínico y quirúrgico de cada caso. Presentamos el caso de reparación valvular mitral por regurgitación mitral grave de una paciente gestante de 29 años con diagnóstico de endocarditis infecciosa por Streptococcus sanguis desde la semana 21 de gestación. La dificultad en el manejo adecuado de la paciente estriba, sobre todo, en el momento idóneo y tipo de cirugía tanto para el parto como para la intervención valvular realizada.

  8. Prevalencia de anemia infecciosa equina en caballos de tracción en el municipio de Florencia (Caquetá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Elena Patiño-Quiroz

    2016-11-01

    Full Text Available En el estudio se evaluó la prevalecía de anemia infecciosa equina (AIE en los caballos de tracción en el municipio de Florencia, buscando relación por sexo, edad, condición corporal y distribución por comunas. Para ello se recolectaron 128 muestras de sangre de equinos (103 machos y 25 hembras que asistieron a 4 brigadas de salud animal realizadas por el semillero de investigación en equinos “SIEQUUS”, de la Universidad de la Amazonia, durante el periodo comprendido entre mayo de 2014 y diciembre de 2015. Las muestras fueron analizadas en laboratorio con la prueba de inmunodifusión en agar gel. Se realizó análisis estadístico descriptivo y una prueba Chí cuadrado (P10 fue del 14.29 %, y en los animales entre 5 y 10 años fue considerablemente mayor, el 33.33 %. Las condiciones ambientales y socioeconómicas facilitan la transmisión del virus entre los caballos del mismo gremio y con cualquier sistema de manejo y producción equina de la zona, lo que generaría pérdidas económicas y de semovientes de importancia para el sector equino.

  9. Etiología y manejo de la gastroenteritis aguda infecciosa en niños y adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Yalda Lucero, DRA

    2014-05-01

    Full Text Available La Gastroenteritis Aguda (GEA infecciosa es una patología frecuente y de alto impacto, especialmente en niños menores de cinco años y adultos mayores. En nuestro medio, la causa más frecuente es viral (rotavirus y norovirus seguido de Salmonella, Shigella, E.coli diarreogénicas y Campylobacter. Habitualmente son cuadros autolimitados que no requieren estudio de laboratorio específico y cuyo manejo debe centrarse en la reposición hidro-electrolítica de acuerdo al grado de deshidratación. Existe evidencia sobre beneficio sintomático del uso de probióticos (Lactobacillus GG y S.boulardii; racecadotrilo en cuanto a la diarrea; y ondasetrón para los vómitos. En caso de sospecha de agente invasor (bacteria o parásito debe realizarse un estudio etiológico e iniciar terapia antimicrobiana de acuerdo al microorganismo identificado. La prevención de contagio mediante medidas de saneamiento y adecuada manipulación de agua y alimentos es fundamental. Actualmente se dispone de vacunas efectivas contra algunos de los agentes involucrados (ej. rotavirus, que deben recomendarse en grupos de riesgo.

  10. Procedimientos modernos para el diagnóstico de las enfermedades infecciosas Modern procedures for the diagnosis of infectious diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Montoya

    1991-03-01

    Full Text Available

    Se hace una revisión somera de algunos procedimientos para la comprobación de las enfermedades infecciosas, con énfasis en los avances más recientes en inmunodiagnóstico; se alude también a las pruebas de manchas o bandas ya la hibridación con sondas genéticas; en cada caso se consideran algunos aspectos técnicos, las ventajas y limitaciones de las pruebas y su sensibilidad y especificidad.

    This is a brief review of some modern diagnostic procedures for infectious diseases; various tests for the immune diagnosis as well as blotting tests and nucleic acid hybridization methods are included; in each case technical aspects, advantages, limitations, sensitivity and specificity are considered,

  11. [Methods for evaluating diagnostic tests in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica].

    Science.gov (United States)

    Ramos, J M; Hernández, I

    1998-04-01

    In the field of infectious diseases and clinical microbiology, the evaluation of diagnostic tests (DT) is an important research area. The specific difficulties of this type of research has motivated that have not caught the severity methodological of others areas of clinical research. This article try to asses and characterize the methodology of articles about DT published in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica (EIMC) journal. Forty-five articles was selected in the EIMC journal during the 1990-1996 period, because of determinate the sensitivity and specificity of different DT. Methodological standards, extensively accepted was used. In all of articles, except one (98%) the gold standard was specified yours use, however in 4 studies (9%) include the DT in the gold standard (incorporation bias). The correct description of DT was reported in 75% of cases, but only in 11% cases the reproducibility of test was evaluated. The description of source of reference population, standard of inclusion and spectrum of composition was described in 58, 33 and 40% of articles, respectively. In 33% of studies presented workup bias, only 6% commented blind-analysis of results, and 11% presented indeterminate test results. Half of the studies reported test indexes for clinical subgroups, only one article (2%) provided numerical precision for test indexes, and only 7% reported receiver operating characteristics curves. The methodological quality of DT research in the EIMC journal may improve in different aspects of design and presentation of results.

  12. Clinical and biochemical features of autoimmune hepatitis in 36 pediatric patients Características clínicas e bioquímicas da hepatite autoimune em 36 pacientes pediátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angela Bellomo-Brandão

    2006-03-01

    Full Text Available BACKGROUND: Few studies on autoimmune hepatitis have enrolled non-Caucasian groups. AIMS: To evaluate Brazilian children with type 1 and 2 autoimmune hepatitis regarding outcome and clinical and biochemical parameters. PATIENTS AND METHODS: Thirty-six patients were submitted to a protocol that evaluated the clinical history, physical and biochemical data, and the course of the disease. Twenty-four children had type 1 autoimmune hepatitis, seven had type 2 and five had unclassified autoimmune hepatitis. Most patients were females (77%, with a median age at diagnosis of 11 years, and the median duration of symptoms was 5.5 and 8 months for types 1 and 2, respectively. Jaundice and choluria were the most common clinical manifestations. RESULTS: Treatment with azathioprine and prednisone was successful in patients with type 1 and 2 autoimmune hepatitis. AST and ALT decreased after 4 to 8 weeks of treatment compared to pretreatment levels in type 1 autoimmune hepatitis. Increased GGT values returned to pretreatment levels after 1 year in the two types. Three patients died and three other patients underwent liver transplantation. CONCLUSIONS: Non-Caucasian children had a similar disease when compared to Caucasian ones with autoimmune hepatitis. Increased levels of GGT during the first year of treatment should not be the only parameter for the indication of cholangiopathy.RACIONAL: Poucos estudos sobre hepatite autoimune têm sido conduzidos em pacientes não-caucasianos. OBJETIVOS: Avaliar crianças brasileiras com hepatite autoimune tipos 1 e 2 em relação à evolução clínica e parâmetros clínicos e bioquímicos. MÉTODOS: Trinta e seis pacientes foram incluídos em um protocolo que registrou os dados da história clínica, exame físico, dados bioquímicos e evolução da doença. Vinte e quatro crianças tinham hepatite autoimune tipo 1, sete pacientes hepatite autoimune tipo 2 e em cinco casos, a hepatite autoimune não pôde ser

  13. Soroprevalência de infecções por vírus da hepatite B e vírus da hepatite C em indivíduos do Estado do Pará Seroprevalence of hepatitis B virus and hepatitis C virus infections among individuals in the State of Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Américo Aquino

    2008-08-01

    Full Text Available As hepatites B e C continuam sendo um importante problema de saúde pública no Brasil. Neste estudo, determinou-se a prevalência de marcadores sorológicos para as hepatites B e C em indivíduos do Estado do Pará, atendidos no Laboratório Central de Saúde Pública do Pará, no período de janeiro de 2002 a dezembro de 2005. Foram realizados 11.282 exames para a pesquisa do HBsAg, 2.342 para o anti-HBc e 5.542 para o anti-vírus da hepatite C. A prevalência de HBsAg foi de 3,6% e predominou na faixa etária de 20 a 29 anos, enquanto que o anti-HBc foi observado em 37,7% dos indivíduos. A prevalência do antivírus da hepatite C foi de 3,6% e predominou entre indivíduos acima de 50 anos. Assim, as freqüências dos marcadores encontradas no Pará foram mais altas que em vários outros estados do país, sugerindo a necessidade de medidas de saúde publica mais eficazes no combate a estes agravos na região.Hepatitis B and C continue to be important public health problems in Brazil. In this study, the prevalence of serological markers for hepatitis B and C in individuals from the State of Pará, attended at the Central Public Health Laboratory of Pará between January 2002 and December 2005, was determined. 11,282 tests to investigate HBsAg, 2,342 for anti-HBc and 5,542 for anti-HCV were performed. The prevalence of HBsAg was 3.6% and it was predominantly found in the age range of 20 to 29 years old, while anti-HBC was observed in 37.7% of the subjects. The prevalence of anti-hepatitis C virus was 3.6% and it was predominantly found in individuals over 50 years old. Thus, the frequencies of the markers found in Pará were higher than many other states in Brazil, hence suggesting that there is a need for public health measures of greater effectiveness for combating these illnesses in this region.

  14. Perfil epidemiológico e genotípico da infecção pelo vírus da hepatite B no Norte de Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Mota

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVO: Descrever o perfil epidemiológico e genotípico da infecção crônica pelo vírus da hepatite B na Região Norte de Portugal. MÉTODOS: Foram incluídos 358 indivíduos oriundos das consultas de especialidade que apresentavam resultados positivos para o antígeno da hepatite B durante pelo menos seis meses em dois hospitais do Norte de Portugal em 2008 e 2009. Os dados foram obtidos a partir dos processos clínicos, determinações laboratoriais feitas quando da genotipagem do vírus, ecografia e/ou ultra-sonografia e biópsia hepática. As características demográficas, marcadores víricos, carga viral e genótipos, e severidade da doença hepática foram avaliadas e comparadas entre sexos. RESULTADOS: Os genótipos A e D predominaram. A transmissão intrafamiliar ocorreu predominantemente nas mulheres. Um terço das mulheres apresentava ingestão alcoólica superior a 20 g/dia, aumentando para 58,9% nos homens. A ausência do AgHBe foi semelhante nos dois sexos (p = 0,662. Os parâmetros bioquímicos em geral apresentaram-se com valores mais altos nos homens, assim como nos estágios necro-inflamatório e de esteatose hepática (p = 0,003. CONCLUSÕES: As diferenças relativas às vias de transmissão da infecção pelo vírus da hepatite B entre homens e mulheres podem ser conseqüência de comportamentos de risco associadas ao género. A ingestão excessiva de álcool é predominante nos indivíduos do sexo masculino, assim como maior severidade da doença hepática em relação às mulheres.

  15. Baixa resposta da vacinação intradérmica contra hepatite B em pacientes incidentes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina H. Medeiros

    2011-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A hepatite B pode evoluir para cirrose e hepatocarcinoma. Sua prevalência estimada é de 3,2% em pacientes em hemodiálise (HD. A vacina para hepatite B (HB, quando aplicada por via intramuscular (IM em pacientes com insuficiência renal crônica fase V, frequentemente não induz produção adequada de anticorpos. A injeção intradérmica (ID foi sugerida como sendo o método de inoculação mais eficiente. OBJETIVO: Comparar a resposta imune à injeção IM ou ID da vacina em indivíduos em HD. PACIENTES E MÉTODOS: Trinta e um pacientes incidentes em HD foram randomizados alternativamente para vacinação contra HB via IM ou ID. Dezesseis foram designados aleatoriamente para receber vacina IM (40 mg/dose e 15 ID (4mg /dose. Os níveis de anticorpos de superfície do vírus da hepatite B, parâmetros hematimétricos, ureia sérica, e Kt/V foram avaliados mensalmente. Proteína-C reativa, paratormônio, ferritina, aminotransferases e albumina foram avaliados antes da inoculação inicial e seis meses após a mesma. RESULTADOS: Os níveis de uréia foram maiores no grupo ID (P(1 = 0,031; os níveis de ferritina foram mais elevados no IM (P(2 = 0,037. Houve tendência a aumento nos níveis de proteína C reativa no grupo ID. A avaliação do Comitê de Monitoramento de Segurança dos indivíduos expostos recomendou a suspensão do estudo já que a inoculação por via IM converteu 62,5% e a ID converteu apenas 13,3% dos pacientes expostos. CONCLUSÃO: Com a metodologia utilizada, os resultados da vacina contra HB aplicada por via ID foi inferior à inoculação IM. Tais resultados podem ser decorrentes das doses inoculadas ou de outros fatores, como inflamação.

  16. GC×GC-TOF/MS Chromatographic Analysis, Antioxidant Capacity and Phenolic Content of Rosa Canina L. at Different Maturities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dilek Ozyurt

    2016-01-01

    Full Text Available The relationship between food and health has become increasingly significant as consumers now demand healthy, tasty and natural foods which perform a useful function in the body. In Turkey, rose hip (Rosa canina L. is in popular use in foodstuffs such as marmalade, pestil (a traditional Turkish sweet and syrup or in traditional medicine, mainly as herbal tea. The composition, total antioxidant capacity (TAC and total phenolic content (TPC of volatiles of rose hip samples were compared in relation to their stage of maturity and collection location. Rose hip fruit and seed were analyzed using a direct thermal desorption technique coupled with comprehensive two-dimensional gas chromatography time-of-flight mass spectrometry (GCxGC-TOF/MS. The major components found in the volatile fraction released on extraction were free fatty acids. The various stages of maturity of rose hips (green, light yellow, yellow, orange and red coloured and the place of collection (Istanbul, Mersin, York resulted in some changes in volatile compound speciation, in TAC and TPC levels. Various extraction methods were compared; methanol extraction, traditional hot water infusion and boiling in water. Boiling in water for ten minutes was the method which demonstrated the highest extraction efficiency. TAC and TPC were determined using different electron transfer−based assays; the Cerium (IV ions reducing antioxidant capacity, Cupric Reducing Antioxidant Capacity and Folin-Ciocalteu methods. The highest TAC and TPC were found in the red coloured (fully ripe rose hip fruit, suggesting that colour is a suitable indicator for optimal harvesting time.

  17. Soroepidemiologia da leptospirose canina na região metropolitana de Natal, estado do Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annielle Regina da Fonseca Fernandes

    2013-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este estudo determinar a frequência de cães soropositivos para anticorpos anti-Leptospira spp. no município de Natal e região metropolitana, estado do Rio Grande do Norte, e identificar fatores de risco associados à infecção. Foram examinadas 365 amostras de soro sanguíneo de cães atendidos na rotina de diversas clínicas veterinárias durante o período de março a novembro de 2011. O diagnóstico sorológico da leptospirose foi realizado pela técnica de soroaglutinação microscópica (SAM, utilizando-se 24 sorovares de Leptospira spp. como antígenos. Dos 365 cães, 25 foram soropositivos para pelo menos um dos sorovares de Leptospira spp., com frequência de 6,8%. Os sorovares com reações sorológicas mais frequentes foram Shermani (40%, Sentot (36% e Copenhageni (20%. O perfil epidemiológico da leptospirose canina na região metropolitana de Natal, estado do Rio Grande do Norte, indica que a infecção ocorre com frequência baixa em comparação com outras regiões, provavelmente devido ao grande percentual de animais vacinados, bem como, sugere-se distribuição homogênea de animais soropositivos na região. Por outro lado, a presença de roedores pode ser um importante fator de risco, uma vez que sorovares mantidos por estes animais foram identificados entre os mais frequentes.

  18. Influenza delle misure preventive sulla prevalenza di leishmaniosi canina in un focolaio identificato in Nord Italia nel 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rudi Cassini

    2013-06-01

    Full Text Available La leishmaniosi canina è un'infezione endemica nel bacino del Mediterraneo con una documentata tendenza a diffondersi verso nord. L'uso massiccio di misure di protezione contro i rischi del contatto con i flebotomi (collari e formulazioni spot-on è stato studiato in un focolaio registrato in una zona collinare dei Colli Euganei in Italia nord-orientale nel 2006. Nel 2006 e 2007 sono stati testati i sieri di 449 cani provenienti dalla stessa zona. Trentuno animali (6,9% sono risultati positivi al test di immunofluorescenza indiretta (IFI. L'analisi dei fattori di rischio ha chiaramente dimostrato come il focolaio fosse limitato alla località di Calaone, situata nel comune di Baone (PD. Per verificare l'efficacia delle misure preventive adottate, nel 2010, 63 cani di Calaone sono stati campionati e i loro proprietari intervistati. In base alle informazioni rilasciate dai proprietari, la protezione dei cani nei confronti della leishmaniosi ha avuto inizio nel 2006 (66,7% dei cani protetti crescendo negli anni seguenti (90% dei cani protetti. Il valore di sieroprevalenza (4,2% della classe di cani di età più giovane (<5 anni è risultato significativamente minore di quello delle altre classi, dimostrando che gli animali nati dopo il 2006 hanno avuto meno probabilità di infettarsi. Inoltre, i valori di sieroprevalenza riferiti esclusivamente ai cani di Calaone sono risultati del 32,4% (23/71 nel 2006-2007 e 20,6% (13/63 nel 2010, mostrando una tendenza decrescente. I risultati ottenuti mostrano un alto livello di sensibilizzazione dei proprietari dei cani e sembrano evidenziare come l'uso pervasivo di collari e spot-on agisca positivamente nel ridurre l'intensità di circolazione di Leishmania infantum.

  19. Diagnóstico de la ehrlichiosis monocítica canina: una revisión actualizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roger Iván Rodríguez-Vivas

    2015-01-01

    Full Text Available La ehrlichiosis monocítica canina (EMC es causada por la infección de una rickettsia denominada Ehrlichia canis; este microorganismo se reproduce solamente en el citoplasma de los monocitos sanguíneos y macrófagos tisulares. La EMC ha sido reportada en todo el mundo, pero las frecuencias más altas se reportan en las regiones tropicales y subtropicales. La EMC no siempre es reconocida clínicamente, pues es difícil de diagnosticar debido a que los signos clínicos son variables, a que se presenta en diferentes fases y a la existencia de coinfecciones con otros patógenos transmitidos por garrapatas y otros agentes infecciosos. Las manifestaciones clínicas y las técnicas de diagnóstico tradicionales, como el diagnóstico hematológico y la demostración típica de mórulas de E. canis en el citoplasma de monocitos en frotis sanguíneos, se han utilizado para el diagnóstico de la EMC; sin embargo, las pruebas de diagnóstico por PCR y la serología mediante el uso de antígenos específicos son las pruebas más sensibles y específicas para el diagnóstico de la enfermedad. Este artículo presenta una revisión actualizada sobre el diagnóstico de la infección por E. canis en perros.

  20. Biofabrication of zinc oxide nanoparticles using fruit extract of Rosa canina and their toxic potential against bacteria: A mechanistic approach.

    Science.gov (United States)

    Jafarirad, Saeed; Mehrabi, Meysam; Divband, Baharak; Kosari-Nasab, Morteza

    2016-02-01

    The use of plant extract in the biosynthesis of nanoparticles (NPs) can be an eco-friendly approach and have been suggested as a possible alternative to classic methods namely physical and chemical procedures. In this study, the biosynthesis of zinc oxide (ZnO) NPs by both "conventional heating" (CH) and "microwave irradiation" (MI) methods has been reported. Stable and spherical ZnONPs were produced using zinc nitrate and flesh extract of Rosa canina fruit (rosehip) which was used as a precursor. The flesh extract acts as a reducing and capping agent for generation of ZnONPs. The structural, morphological and colloidal properties of the as-synthesized NPs have been confirmed by X-ray Diffraction (XRD), Scanning Electron Microscopy (SEM), Energy Dispersive X-ray (EDX), Fourier transform Infrared (FT-IR) and Dynamic Light Scattering (DLS). In comparison with the CH method, the MI method has some advantages such as significantly short reaction time (within 8min) owing to the high heating rate and thus the accelerated reaction rate. Both methods led to the synthesis of nearly identical NPs with respect to shape and size according to the results of DLS, XRD and SEM techniques. The possible mechanism for synthesis pathway has been proposed based on FT IR results, XRD patterns, potentiometric data and antioxidant activity. In addition, the antibacterial activity of as-prepared ZnONPs was investigated against several bacteria such as Listeria monocytogenes, Escherichia coli, Salmonella typhimurium. Moreover, the efficacy of ZnONPs to treat cancer cell lines were measured by means of cell viability test via MTT assay in which concentrations of 0.05 and 0.1mg/mL of ZnONPs induced a very low toxicity. Thus, the present investigation reveals that ZnONPs have the potential for various medical and industrial applications. Copyright © 2015 Elsevier B.V. All rights reserved.

  1. Técnica Pasteur São Paulo para dimensionamento de população canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Ruiz de Matos

    2002-10-01

    Full Text Available Este artigo apresenta técnica para dimensionar e classificar populações caninas, segundo graus de dependência e restrição. Foi desenvolvida pelo Instituto Pasteur de São Paulo, com a seguinte metodologia: (1 realização de um inquérito domiciliar para identificação dos cães com proprietário e do grau de restrição. Aos proprietários de cães restritos, totalmente ou parcialmente, e aos moradores que não se definiram como proprietários únicos foram entregues coleiras de três cores distintas, solicitando-lhes colocação nos cães sob seus cuidados; (2 contagem de cães que circulavam na rua e classificação conforme cor da coleira, cuja ausência identificou os cães sem proprietário. Os pesquisadores foram posicionados em locais pré-determinados, distantes em média cinqüenta metros. O tempo de cada contagem foi de trinta segundos, repetindo-se a cada 15 minutos, por uma hora, com início e término marcados por apito. A técnica, aplicada em dois setores censitários do Município de Serra Azul, Estado de São Paulo, Brasil, foi realizada por adolescentes de 13 a 17 anos, submetidos a um dia de treinamento. O procedimento foi simples e possibilitou acesso à informação de difícil obtenção, como o percentual de cães sem proprietário ou sem proprietário definido, que, no caso estudado, foi de 5%.

  2. Técnica Pasteur São Paulo para dimensionamento de população canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matos Marina Ruiz de

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta técnica para dimensionar e classificar populações caninas, segundo graus de dependência e restrição. Foi desenvolvida pelo Instituto Pasteur de São Paulo, com a seguinte metodologia: (1 realização de um inquérito domiciliar para identificação dos cães com proprietário e do grau de restrição. Aos proprietários de cães restritos, totalmente ou parcialmente, e aos moradores que não se definiram como proprietários únicos foram entregues coleiras de três cores distintas, solicitando-lhes colocação nos cães sob seus cuidados; (2 contagem de cães que circulavam na rua e classificação conforme cor da coleira, cuja ausência identificou os cães sem proprietário. Os pesquisadores foram posicionados em locais pré-determinados, distantes em média cinqüenta metros. O tempo de cada contagem foi de trinta segundos, repetindo-se a cada 15 minutos, por uma hora, com início e término marcados por apito. A técnica, aplicada em dois setores censitários do Município de Serra Azul, Estado de São Paulo, Brasil, foi realizada por adolescentes de 13 a 17 anos, submetidos a um dia de treinamento. O procedimento foi simples e possibilitou acesso à informação de difícil obtenção, como o percentual de cães sem proprietário ou sem proprietário definido, que, no caso estudado, foi de 5%.

  3. Vacinação contra a hepatite B entre cirurgiões dentistas Hepatitis B vaccination among dentists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Maria Eleutério de Barros Lima Martins

    2003-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Inquéritos sorológicos realizados em diversos países mostraram uma maior prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB em dentistas, especialmente entre os cirurgiões, do que na população geral. O estudo realizado objetivou determinar a prevalência e os fatores associados à vacinação contra hepatite B (HB entre os dentistas e investigar as principais razões alegadas para a não vacinação e vacinação incompleta. MÉTODOS: Foi conduzido um inquérito entre 299 cirurgiões dentistas residentes em Montes Claros, MG, por meio de questionário auto-aplicável. Foi determinada a prevalência de vacinação segundo o número de doses e os fatores associados à não vacinação e à vacinação incompleta através de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos 299 questionários distribuídos, 296 (99% foram respondidos. Destes, 74,9% tomaram três doses; 14%, duas doses; 2%, uma dose e 10% não foram vacinados. A vacinação completa foi maior entre os que relataram fazer exclusivamente cirurgia e/ou periodontia (89%. A principal razão alegada para a não vacinação ou vacinação incompleta foi a necessitade de maiores informações. A não vacinação foi mais freqüente entre aqueles com mais de 40 anos (OR=8,62; IC 95%: 1,88-39,41 e os que não se reciclaram nos dois anos prévios ao inquérito (OR=2,72; IC 95%: 1,02-7,22. A vacinação incompleta foi maior entre os que não usam luva no trabalho (OR=2,32; IC 95%: 1,08-4,97. CONCLUSÃO: A falta de informação, possivelmente relacionada a menor reciclagem profissional, parece ser um dos principais fatores limitantes da vacinação.OBJECTIVE: Serological studies in several countries have found a higher prevalence of hepatitis B virus (HBV among dentists when compared to the general population, especially among surgical specialties. The present study was carried out to determine the prevalence of hepatitis B (HB vaccination and factors associated with no

  4. Bronquiolitis obliterante post-infecciosa: características y seguimiento a mediano plazo de 21 casos en Bogotá-Colombia a 2640 m de altura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santiago Ucrós-Rodríguez

    2017-08-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: la bronquiolitis obliterante post-infecciosa es una enfermedad pulmonar crónica de la niñez, secuela de una bronquiolitis aguda, ocurrida en los primeros meses de vida. La bronquiolitis obliterante post-infecciosa se ha reportado en baja altura o a nivel del mar pero no encontramos descripciones en alturas por encima de los 2500 m. OBJETIVO: evaluar las características y el pronóstico de los niños con diagnóstico de bronquiolitis obliterante post-infecciosa en Bogotá- Colombia a 2640 m de altura.   MÉTODOS: los pacientes fueron derivados de la Clínica de Neumología Pediátrica de Compensar EPS, que recibe niños con patología respiratoria compleja referidos por su pediatra. El estudio fue llevado a cabo entre enero de 2015 y junio de 2016 y se incluyeron todos los casos que cumplieran los requisitos para el diagnóstico de bronquiolitis obliterante post-infecciosa, de acuerdo a las recomendaciones de la literatura médica. La investigación tuvo un componente retrospectivo y otro prospectivo.   RESULTADOS: encontramos 21 casos de bronquiolitis obliterante postinfecciosa en el período referido. El tiempo promedio de seguimiento fue de 5.6 años y la edad promedio del evento inicial de 6.7 meses. El 76% de los casos correspondieron al sexo masculino y el 76% requirieron ventilación mecánica en el cuadro inicial. La evolución fue de regular a mala en el 71% de los casos, el 33% de los pacientes presentaron bronquiectasias y el 43% tenía hipertensión pulmonar en su primera evaluación.   CONCLUSIONES: presentamos el primer estudio de las características y seguimiento de la bronquiolitis obliterante post-infecciosa en alturas superiores a los 2500 m sobre el nivel del mar. Los principales factores asociados al desarrollo de la enfermedad y su pronóstico a mediano plazo fueron similares a lo descrito a baja altura y a nivel del mar.

  5. Neuroprotective Effects of Herbal Extract (Rosa canina, Tanacetum vulgare and Urtica dioica) on Rat Model of Sporadic Alzheimer’s Disease

    Science.gov (United States)

    Daneshmand, Parvaneh; Saliminejad, Kioomars; Dehghan Shasaltaneh, Marzieh; Kamali, Koorosh; Riazi, Gholam Hossein; Nazari, Reza; Azimzadeh, Pedram; Khorram Khorshid, Hamid Reza

    2016-01-01

    Background: Sporadic Alzheimer’s Disease (SAD) is caused by genetic risk factors, aging and oxidative stresses. The herbal extract of Rosa canina (R. canina), Tanacetum vulgare (T. vulgare) and Urtica dioica (U. dioica) has a beneficial role in aging, as an anti-inflammatory and anti-oxidative agent. In this study, the neuroprotective effects of this herbal extract in the rat model of SAD was investigated. Methods: The rats were divided into control, sham, model, herbal extract -treated and ethanol-treated groups. Drug interventions were started on the 21st day after modeling and each treatment group was given the drugs by intraperitoneal (I.P.) route for 21 days. The expression levels of the five important genes for pathogenesis of SAD including Syp, Psen1, Mapk3, Map2 and Tnf-α were measured by qPCR between the hippocampi of SAD model which were treated by this herbal extract and control groups. The Morris Water Maze was adapted to test spatial learning and memory ability of the rats. Results: Treatment of the rat model of SAD with herbal extract induced a significant change in expression of Syp (p=0.001) and Psen1 (p=0.029). In Morris Water Maze, significant changes in spatial learning seen in the rat model group were improved in herbal-treated group. Conclusion: This herbal extract could have anti-dementia properties and improve spatial learning and memory in SAD rat model. PMID:27563424

  6. Diagnóstico de criptococose canina pela citologia aspirativa por agulha fina Diagnosis of canine cryptococcosis by fine-needle aspiration cytology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danieli Brolo Martins

    2008-06-01

    Full Text Available Relata-se um caso de criptococose canina de caráter sistêmico e neurológico diagnosticado com o auxílio da citologia aspirativa por agulha fina (CAAF. O paciente, da raça Labrador, 1 ano e 5 meses, macho, apresentava sinais de depressão/estupor, hiporexia, presença de uma massa cervical delimitada entre os dois linfonodos submandibulares e aumento de linfonodos. A punção aspirativa da massa cervical e dos linfonodos poplíteo, pré-escapular e submandibular revelaram presença de fungos compatíveis com Cryptococcus neoformans, o qual foi então confirmado pela cultura fúngica, e classificado como sorotipo D. A CAAF mostrou ser um método rápido, seguro e eficaz em casos de criptococose canina com presença de linfoadenomegalia.This paper aimed to described a 1.5 year-old Labrador male, diagnosed with cryptococcosis using fine-needle aspiration cytology (FNAC. The dog was showing signs of depression and hyporexia. Peripheral lymph nodes and a mass situated between the submandibular lymph nodes were aspirated. The cytology showed yeast-like structures resembling Cryptococcus sp. in all samples examined. These findings were confirmed by culture (C. neoformans, serotype D. The FNAC technique allowed a quick, safe and easy diagnosis in this case.

  7. Aspectos evolutivos da hepatite C pós-transfusional. Revisão de 175 casos Evolutive aspects of post-transfusion hepatitis C. Revision of 175 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Sérgio Moraes Coelho

    1998-06-01

    Full Text Available O vírus da hepatite C é o principal responsável pela hepatite pós-transfusional e sua progressão para hepatite crônica, cirrose e carcinoma hepatocelular é muito comum. A fim de avaliar frequência, tempo e fatores relacionados à progressão da hepatite C, estudamos 175 pacientes com hepatite C pós-transfusional. Estes foram divididos em 2 grupos com cirrose (n = 92 e sem cirrose (n = 83. O tempo médio de desenvolvimento de cirrose foi de 11 ± 6 anos. Pacientes com cirrose eram mais velhos à época da transfusão, apresentavam maior prevalência de alcoolismo e tinham tempo de evolução mais longo. O prognóstico foi pior no grupo com cirrose com 28,4% de mortalidade e 9,1% de carcinoma hepatocelular, comparados a 5,5% e 0% no grupo sem cirrose, respectivamente. Concluímos que a hepatite C pós-transfusional é uma doença progressiva, que se agrava com o passar do tempo, progridindo mais rapidamente em idosos e pacientes com outros fatores de agressão hepática.Hepatitis C virus is the main agent responsable for post-transfusion hepatitis. Progression to chronic hepatitis, cirrhosis and hepatocellular carcinoma is very commom. The aim of this study was to evaluate the frequency, timing and factors related to progression of hepatitis C. One hundred seventy five patients with chronic post-transfusion hepatitis C were grouped in a cirrhosis group (n = 92 and a non-cirrhosis group (n = 83. The medium time of development to cirrhosis was 11 ± 6 years. Patients with cirrhosis were older at the time they received transfusion, used more alcohol and had longer times of evolution. The prognosis was worse in the cirrhosis group with a mortality rate of 28.4% and 9.1% of evolution towards hepatocellular carcinoma, comparing with 5.5% and 0% in the non-cirrhosis group respectively. It is shown that post-tranfusion hepatitis C is slowly developing progressive disease which progress is much more rapidly in elderly patients and patients with

  8. Análise da qualidade de vida de portadores de uveítes de causas infecciosas e não infecciosas pelo questionário NEI-VFQ-25 Analysis of the life quality of infectious and non-infectious patients with uveitis using the NEI-VFQ-25 questionnaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Resende Aquino de Assis Pereira Mello

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida dos pacientes portadores de uveítes infecciosas e não infecciosas avaliados no setor de uveíte do serviço de oftalmologia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho - UFRJ, por meio da aplicação do questionário NEI-VFQ-25, de modo a esclarecer melhor a importância do diagnóstico e tratamento das uveítes, assim como suas conseqüências na função visual e social dos pacientes. MÉTODOS: Estudo prospectivo composto de 30 pacientes com uveítes que foram divididos em dois grupos conforme a etiologia, infecciosa e não infecciosa, tendo sido aplicado duas vezes em cada paciente o questionário NEI-VFQ-25 que avalia a qualidade de vida relacionada à saúde geral e visual. RESULTADOS: A toxoplasmose foi a principal causa de uveíte infecciosa, enquanto a não infecciosa foi a síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada. Quanto à qualidade de vida, a saúde geral é melhor no grupo de causa infecciosa, sendo que a saúde ocular é regular nos dois grupos. Apesar do déficit visual não provocar grandes distúrbios e restrições sociais, ambos os grupos apresentam comprometimento emocional importante, sendo que no grupo de causa não infecciosa, esse comprometimento gera grau maior de dependência para a realização de tarefas do cotidiano. CONCLUSÃO: A maior dependência social e na realização de atividades do dia-a-dia no grupo de uveítes de causa não infecciosas, se explica pelo modo crônico e recidivante dessas afecções, o que leva à qualidade de vida inferior se comparada ao outro grupo.PURPOSE: To evaluate the life quality of patients with infectious and non-infectious uveitis evaluated at the uveitis service of the Hospital Universitário Clementino Fraga Filho-UFRJ, using the NEI-VFQ-25 questionnaire in order to clarify the importance of uveitis diagnosis and treatment as well as its consequences to visual and social functions of the patients. METHODS: Prospective study of 30 patients

  9. Enfermedades infecciosas desatendidas: un permanente reto para la salud pública y la equidad en el Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Cabezas-Sánchez

    Full Text Available Las enfermedades infecciosas desatendidas (EID afectan a más de mil millones de personas en el mundo, y están asociadas con la pobreza, el aislamiento geográfico de las poblaciones, la estigmatización social, la escasez de datos sobre estimaciones de la carga de enfermedad local y mundial (subregistro de la enfermedad, insuficientes recursos políticos y financieros para su control, falta de grupos de presión de parte de la población más vulnerable, escasos fármacos y métodos de diagnóstico. En este artículo se describe la relación entre las EID la pobreza e inequidad, se propone un nuevo concepto de enfermedad en el trópico, la ampliación de la lista de enfermedades en el contexto del Perú que comparten las características de las EID, la escasa disponibilidad de medicamentos y pruebas de diagnóstico para enfrentar adecuadamente estas enfermedades, los aportes que viene haciendo el Instituto Nacional de Salud del Ministerio de Salud del Perú en este contexto, y como consideraciones finales se menciona que la solución para la prevención y control de las EID debe ser integral, con un abordaje desde las determinantes sociales de la salud y en el contexto de la lucha contra la pobreza y la inequidad

  10. [Gender analysis among articles published in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica (2001-2005)].

    Science.gov (United States)

    Aleixandre-Benavent, Rafael; González-Alcaide, Gregorio; Alonso-Arroyo, Adolfo; Castellano-Gómez, Miguel; Valderrama-Zurián, Juan Carlos

    2007-12-01

    There is growing concern for promoting equality between sexes and full integration of women in research activities. The purpose of this study is to identify the bibliometric characteristics of articles published during the 2001-2005 period in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica (EIMC) from the perspective of gender. EIMC records for 2001-2005 were obtained from the Science Citation Index database and differences according to sex were calculated for the following indicators: year of publication, type of document, number and order of author signatures, number of collaborators, and the signature/article index at the institutional and geographical level. A total of 2,163 authors were identified, 1,220 (56.4%) men and 943 (43.6%) women. The greatest of contribution from women was in original articles (42.32% of signatures). Excluding the Centro Nacional de Microbiología (Spanish National Center for Microbiology), the participation of women was lower than men in the most productive institutions. There were significant differences regarding the number of papers published and the number of collaborators; with greater productivity for men and a higher rate of collaboration for women. Studies on scientific activity according to gender provide essential information to establish the basis for a policy of equality in this regard. A yearly increase of almost 1% was seen in the number of female authors contributing articles to the EIMC, which, if the trend continues, will result in parity in coming years. Nevertheless, the presence of women in positions of high productivity remains low. The causes of this difference should be identified and corrected.

  11. Hepatite C: prevalência e fatores de risco entre portadores do VIH/SIDA em Belém, Pará, na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou investigar a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C e identificar possíveis fatores de risco para sua transmissão, em 406 indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, situada na Amazônia brasileira. Os exames referentes ao anti-VHC foram realizados pelo método de Elisa e a pesquisa do VHC RNA através da reação de polimerase em cadeia. A prevalência de infecção, atual ou pregressa, pelo vírus da hepatite C foi de 16% (IC: 12,4 - 19,6. A análise multivariada mostrou associação do vírus C com as variáveis idade, cujo risco significante recaiu no grupo com cinqüenta ou mais anos (OR=9,75, antecedente de transfusão de sangue (OR=4,74 e uso de droga ilícita injetável (OR=149,28. A prevalência do vírus da hepatite C entre os usuários de drogas injetáveis foi de 83,7% e de 22,1% na população de transfundidos. Estes resultados indicam a efetiva transmissão do vírus C através da exposição percutânea e reafirmam o grande potencial de risco para hepatite C contido no uso injetável de drogas ilícitas.

  12. Citometria de fluxo no diagnóstico da leishmaniose visceral canina Flow cytometry used in canine visceral leishmaniasis diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.V. Carvalho Neta

    2006-08-01

    Full Text Available Descreve-se a padronização de nova metodologia para detecção de anticorpos antiformas promastigotas fixadas de L. (L. chagasi, por citometria de fluxo (AAPF-IgG, sua aplicabilidade e desempenho na identificação de casos de leishmaniose visceral canina (LVC. Foram avaliados dois grupos de cães classificados pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI, como: não reatores (NR, n=10 e reatores (R, n=50 dos quais foram coletadas amostras de sangue (soro para realização dos testes laboratoriais. Os resultados relacionados ao estabelecimento, aplicabilidade e desempenho da metodologia AAPF-IgG demonstraram que essa metodologia possibilita a identificação de uma região de reatividade diferencial entre cães NR e R, no soro diluído a 1:2048 e o valor de 20% de parasitos fluorescentes positivos (PPFP como ponto de corte entre resultados positivos e negativos, mostrando que a AAPF-IgG aplica-se na identificação de casos de LVC, possibilitando distinguir 96% de cães R como positivos e 100% de cães NR como negativos. Esses resultados em conjunto sugerem que a utilização da AAPF-IgG pode ser um novo instrumento para ensaios clínicos de diagnóstico sorológico da LVC.The current study evaluated the standardization of a new methodology for detection of anti-fixed L. (L. chagasi promastigote antibodies by flow cytometry (AAPF-IgG, as well its applicability and performance in the identification of cases of Canine Visceral Leishmaniasis (CVL. Two groups of dogs were classified by RIFI (gold standard as no reactors (NR, n=10 and reactors (R, n=50. Blood samples were collected and used for the laboratorial tests (RIFI and AAPF-IgG. The results showed that the new AAPF-IgG assay makes possible the identification of an area of differential reactivity between dogs NR and R at the dilution of 1:2048 and 20% of percentage of positive fluorescent parasite as the cut point among positive and negative results. The AAPF-IgG assay was able to

  13. AVALIAÇÃO DE INICIADORES E PROTOCOLO PARA O DIAGNÓSTICO DA PANCITOPENIA TROPICAL CANINA POR PCR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel C. L. Linhares

    2006-10-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de padronizar um protocolo para a reação em cadeia da polimerase (PCR e selecionar oligonucleotídeos iniciadores para a detecção específica de Ehrlichia canis, em uma única etapa de reação. Inicialmente foram obtidas seqüências depositadas no Genbank, referentes ao gene que codifica o 16S rRNA das espécies E. canis (número de acesso = AF162860, E. ewingii (U96436, E. platys (AF1567844, E. chaffeensis, (U86665, E. phagocytophila genogrupo (U02521, E. bovis (AF294789 e E. risticii (M21290, as quais foram submetidas ao alinhamento genético para a construção dos iniciadores. Do alinhamento foi selecionado, a partir de uma região semiconservada, um iniciador específico para E. canis, designado EBR1 (5’-cctctggctataggaaattg- 3’ e, de uma região conservada, um iniciador genérico EBR5 (5’-ggagtgcttaacgcgttag- 3’. Paralelamente foram obtidas amostras de sangue de dez cães que apresentavam infecção aguda por E. canis, confirmado pela presença de mórulas intracitoplasmáticas, características da riquétsia, em células mononucleares sangüíneas. O DNA genômico extraído dessas amostras foi utilizado para a avaliação da reação de PCR, empregando-se um protocolo adaptado de outros autores e o par de oligos EBR1/EBR5, selecionado neste trabalho. A reação de PCR apresentou resultados positivos para os 10 isolados de E. canis, amplificando o fragmento esperado de 765 pares de bases do gene 16S rRNA. Resultados negativos verificados nas reações de PCR para amostras de DNA genômico de Babesia canis, Hepatozoon canis, Haemobartonella sp., Trypanosoma evansi e do hospedeiro (Canis familiaris livre de infecção indicaram a segurança do método quanto à especificidade para a discriminação de E. canis. PALAVRAS-CHAVE: Cães, Ehrlichia canis, erliquiose canina, hemoparasitose, reação em cadeia da polimerase

  14. Leishmaniose visceral canina em três bairros de Uruguaiana - RS | Canine visceral leishmaniasis in three districts of Uruguaiana - RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Ilarraz Massia

    2016-02-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo descrever a situação da Leishmaniose visceral canina (LCV em Uruguaiana quanto aos casos confirmados a partir de 2009 e à existência de associação entre o perfil socioeconômico e nível de conhecimento da população sobre a enfermidade em três bairros do município. Apesar da maioria dos entrevistados informar possuir conhecimento sobre a LVC, observou-se dificuldade em adotar uma das medidas preconizadas para a prevenção da doença (poder comprar a coleira. Houve associação entre renda e conhecimento sobre LVC (p = 0,04, poder comprar a coleira (p = 0,00 e limpar o pátio (p = 0,01. Entretanto, não se observou associação entre esta variável e achar que existe tratamento (p = 0,14 ou possuir pátio cercado (p = 0,13. Verificou-se também associação entre grau de escolaridade e conhecimento sobre LVC, poder comprar a coleira e achar que existe tratamento (p = 0,00. As informações resultantes da pesquisa podem auxiliar na condução de políticas públicas para a prevenção e controle da LVC. ================================================= This study aimed to describe the situation of LVC in Uruguaiana about the confirmed cases from 2009 and the existence of association between socioeconomic status and people’s level of knowledge about the disease in three districts of the municipality. Although the majority of respondents report having knowledge of the LVC, it found it difficult to adopt one of the measures recommend for the prevention of disease (to buy the collar. There was an association between income and knowledge of LVC (p = 0.04, to buy the collar (p = 0.00 and clean the patio (p = 0.01. However, there was no association between this variable and find that no treatment (p = 0.14 or own fenced yard (p = 0.13. It was also found association between level of education and knowledge of LVC, to buy the collar and you think there is treatment (p = 0.00. The resulting research information

  15. Biofabrication of zinc oxide nanoparticles using fruit extract of Rosa canina and their toxic potential against bacteria: A mechanistic approach

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Jafarirad, Saeed; Mehrabi, Meysam [Research Institute for Fundamental Sciences (RIFS), University of Tabriz, Tabriz (Iran, Islamic Republic of); Divband, Baharak [Research Center for Pharmaceutical Nanotechnology, Tabriz University of Medical Sciences, Tabriz (Iran, Islamic Republic of); Inorganic Chemistry Department, Faculty of Chemistry, University of Tabriz, Tabriz (Iran, Islamic Republic of); Kosari-Nasab, Morteza [Drug Applied Research Center, Tabriz University of Medical Sciences, Tabriz (Iran, Islamic Republic of)

    2016-02-01

    The use of plant extract in the biosynthesis of nanoparticles (NPs) can be an eco-friendly approach and have been suggested as a possible alternative to classic methods namely physical and chemical procedures. In this study, the biosynthesis of zinc oxide (ZnO) NPs by both “conventional heating” (CH) and “microwave irradiation” (MI) methods has been reported. Stable and spherical ZnONPs were produced using zinc nitrate and flesh extract of Rosa canina fruit (rosehip) which was used as a precursor. The flesh extract acts as a reducing and capping agent for generation of ZnONPs. The structural, morphological and colloidal properties of the as-synthesized NPs have been confirmed by X-ray Diffraction (XRD), Scanning Electron Microscopy (SEM), Energy Dispersive X-ray (EDX), Fourier transform Infrared (FT-IR) and Dynamic Light Scattering (DLS). In comparison with the CH method, the MI method has some advantages such as significantly short reaction time (within 8 min) owing to the high heating rate and thus the accelerated reaction rate. Both methods led to the synthesis of nearly identical NPs with respect to shape and size according to the results of DLS, XRD and SEM techniques. The possible mechanism for synthesis pathway has been proposed based on FT IR results, XRD patterns, potentiometric data and antioxidant activity. In addition, the antibacterial activity of as-prepared ZnONPs was investigated against several bacteria such as Listeria monocytogenes, Escherichia coli, Salmonella typhimurium. Moreover, the efficacy of ZnONPs to treat cancer cell lines were measured by means of cell viability test via MTT assay in which concentrations of 0.05 and 0.1 mg/mL of ZnONPs induced a very low toxicity. Thus, the present investigation reveals that ZnONPs have the potential for various medical and industrial applications. - Highlights: • We report a green producing route from biomaterials to potentially biomedical applications. • We comprise two methods in respect

  16. Acute pancreatitis associated with acute viral hepatitis: case report and review of literature Pancreatite aguda associada com hepatite A aguda: relato de caso e revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Bora Moleta

    2009-12-01

    Full Text Available This case report, along with the review presented, describes a patient diagnosed with acute viral hepatitis, who developed a framework of intense abdominal pain and laboratorial alterations compatible with acute pancreatitis. The association of acute pancreatitis complicating fulminant and non-fulminant acute hepatitis virus (AHV has been reported and several mechanisms have been proposed for this complication, but so far none is clearly involved. As acute hepatitis is a common disease, it is important to stimulate the development of other studies in order to determine local incidence and profile of patients presenting this association in our environment.Este relato de caso, junto com a revisão de literatura, descreve um paciente com diagnóstico de hepatite viral aguda, que desenvolveu quadro de dor abdominal intensa e alterações laboratoriais compatíveis com pancreatite aguda. Casos de pancreatite aguda complicando hepatites virais agudas fulminantes e não fulminantes tem sido esporadicamente relatados e vários mecanismos são propostos para explicar esta complicação, no entanto sua causa ainda se mantém desconhecida. Como a hepatite aguda é doença comum, é importante estimular o desenvolvimento de mais estudos na América Latina que visem determinar a incidência local e o perfil dos pacientes que apresentam esta complicação.

  17. A evolução do conhecimento sobre as hepatites virais na região amazônica: da epidemiologia e etiologia à prevenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberta Bensabath

    2004-01-01

    Full Text Available Desde os anos cinqüenta uma doença similar a febre amarela, porém considerada como nova doença, ocorre em áreas dos vales dos Rios Juruá, Purus e Madeira. Temida pelos residentes locais pela alta letalidade, sendo clinicamente uma hepato-encefalopatia de evolução fulminante (média de 5 a 6 dias. Dos que apresentam manifestações neurológicas 90% evoluem a óbito. A doença é popularmente conhecida como febre negra de Lábrea e pelos patologistas como hepatite de Lábrea pela histopatologia hepática mostrar o aspecto vacuolar dos hepatócitos, daí considerarem-na uma nova doença. Incide principalmente em crianças e adolescentes do sexo masculino. O achado do HBsAg e de marcadores de vírus da hepatite D no soro e fígado dos pacientes, levaram os pesquisadores a considerarem a febre negra de Lábrea como uma superinfecção ou coinfecção do HDV. Na falta de vacina específica contra o HDV, a vacinação contra hepatite B aplicada após o nascimento é a prevenção recomendada.

  18. Validade e precisão do Questionário de Relacionamento Central 6.0 (CRQ 6.0 para adultos com hepatite C crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Risso

    2010-08-01

    Full Text Available Portadores de hepatite C têm grande probabilidade de apresentar sintomas psicopatológicos e conflitos no relacionamento amoroso. Objetivou-se medir a precisão (consistência interna e a validade (convergente e discriminante do Questionário de Relacionamento Central 6.0 - CRQ 6.0, para adultos com hepatite C crônica. O CRQ 6.0, de autorrelato, avalia o padrão de relacionamento do indivíduo, segundo três componentes: Desejos (D, Respostas do Outro (RO, Respostas do Eu (RE. Participaram do estudo pacientes ambulatoriais com hepatite C crônica (G1, n = 61 e acompanhantes de pacientes (G2, n= 40. Todos responderam ao CRQ 6.0 e à Escala de Avaliação de Sintomas-40 (EAS-40. Os resultados indicaram consistência interna aceitável para os componentes do CRQ 6.0. Eles se correlacionaram significantemente com sintomas psicopatológicos pela EAS-40. Os escores do CRQ 6.0 foram significantemente mais elevados para participantes de G1, quando comparados aos de G2 (RO e RE, participantes sob medicação (RE e mulheres (D e RE.

  19. Percepción del riesgo al cambio climático y sus efectos sobre la salud y enfermedades infecciosas en estudiantes universitarios, 2011 Santa Marta - Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexander Salazar Ceballos

    2014-06-01

    Full Text Available Introducción: La Organización Mundial de la Salud (OMS ha denominado que el cambio climático es una amenaza para la salud pública, por lo tanto es necesario conocer la percepción del riesgo al cambio climático específicamente en los futuros profesionales de la salud. Materiales y Métodos: Se realizó una investigación de tipo cuantitativo descriptiva con muestreo aleatorio estratificado. Se realizaron análisis de Chi2 y regresión logística para identificar los factores asociados a la percepción del riesgo al cambio climático y al aumento de enfermedades infecciosas sensibles al cambio climático en estudiantes universitarios de las ciencias de la salud en la Universidad del Magdalena. Resultados: Por Chi2 se encontró que cerca del 69% de los estudiantes perciben el cambio climático como dañino y entre 50 y 59% de ellos perciben que las enfermedades infecciosas aumentarán como consecuencia del cambio climático. Por regresión logística se observó significancia estadística que los estudiantes que pertenecen al sexto semestre de estudios o semestres superiores tienen 60% más probabilidad de reconocer que pueden enfermarse por el cambio climático, 63% más probabilidad de percibir el cambio climático como dañino, relacionaron 2,2 veces más el aumento de la temperatura global con el aumento de enfermos con fiebre amarilla y dengue, también tienen 58% más posibilidad de relacionar el aumento de los casos. Discusión: Los estudiantes de los diferentes programas de salud que pertenecen al sexto semestre de estudios o superiores percibieron el cambio climático como una amenaza sobre la salud pública y lo asociaron con el aumento de enfermedades infecciosas, de esta manera, se puede considerar que los estudiantes de salud conforme avanzan en los semestres académicos perciben un mayor riesgo del cambio climático como una amenaza sobre la salud pública y un aumento de los enfermos por enfermedades infecciosas

  20. Complicações pulmonares não infecciosas após transplante de células-tronco hematopoiéticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Viana Mancuzo

    2010-09-01

    Full Text Available Resumo: As complicações pulmonares constituem importante causa de morbidade e mortalidade após o transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH ocorrendo em cerca de 30 a 60% dos receptores. O avanço na profilaxia e tratamento de complicações infecciosas tem aumentado de forma significativa a parcela de complicações pulmonares não infecciosas. O diagnóstico e o tratamento precoce destas complicações podem mudar o prognóstico dos receptores de transplante de células-tronco hematopoéticas. O objectivo deste estudo é rever as principais complicações não infecciosas associadas ao TCTH desde a realização do primeiro transplante de medula óssea em 1957.Foi realizada uma revisão sistemática da literatura utilizando-se a estratégia PICO para a construção das perguntas. Os descritores transplante de células-tronco hematopoiéticas, complicações pulmonares não infecciosas, revisão sistemática, em português e seus correspondentes em inglês, foram utilizados para acesso às seguintes bases de dados: MEDLINE, EBM, EMBASE, COCRANE LIBRARY, LILACS e SciELO. Nesta revisão foram identificados 263 trabalhos. Destes, 30 foram seleccionados para serem analisados na íntegra. As complicações pulmonares não infecciosas mais frequentemente descritas foram: bronquiolite obliterante, bronquiolite obliterante com pneumonia em organização, edema pulmonar, síndroma da pneumonia idiopática, síndroma da toxicidade pulmonar por droga, hemorragia alveolar difusa, síndroma do enxerto e trombo citolítico pulmonar.Rev Port Pneumol 2010; XVI (5: 815-828 Abstract: Pulmonary complications are important cause of mortality and morbidity after hematopoietic stem cell transplantation, in 30% to 60% of the patients. Improvements in prophylaxis and treatment of infectious complications have been increasing the rate of non-infectious complications. Early diagnosis and treatment of those complications can significantly change the

  1. The role of rose hip (Rosa canina L powder in alleviating arthritis pain and inflammation – part II animal and human studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marstr

    2016-05-01

    Full Text Available Kristian Marstrand,1 Joan Campbell-Tofte2 1Department of Orthopaedic Surgery, Elverum Hospital, Elverum, Norway; 2Coordinating Research Unit, Frederiksberg University Hospital, Frederiksberg, Copenhagen, Denmark Abstract: Rosa canina fruits (often known as rose hip have been used in herbal remedies since ancient times. On the basis of anecdotal reports about the effects of rose hip preparations on human health and citations to the same in ancient texts, in vitro and in vivo studies have been conducted that have made it possible to learn about some active ingredients in rose hip, as well as how the component compounds might exert their effects. From such studies, it has been documented that there is a great variation in active ingredients when comparing different rose hip products. Factors which affect the quality and quantity of active ingredients in the rose hip products include the subspecies of the particular R. canina from which the fruits are harvested, the environment during plant growth, time of harvesting, and the amount of seeds and shells/husks incorporated into the preparation. Studies in animals and in humans are of great importance for determining the true bio-effects of rose hip. Such in vivo studies that have only been performed during the last 2 decades indicate that the treatment of patients with different types of joint disease with rose hip powder based on a subspecies of R. canina (Lito containing a certain galactolipid (GOPO can alleviate pain, improve daily activity, and even reduce the consumption of regular pain relievers. As several rose hip components have been shown to be anti-inflammatory, it is suggested that anti-inflammatory mechanisms might explain some reductions in symptoms associated with administering rose hip to arthritic conditions. Although the number of publications of randomized and placebo-controlled clinic studies with rose hip is small, the overriding evidence is that the anti-inflammatory effects from

  2. Hepatitis Infecciosa Necrosante en ovinos Merino de la Patagonia argentina, parasitados con Thysanosoma actinioides Black Disease in Merino sheep infected with Thysanosoma actinioides in Patagonia Region, Argentina

    OpenAIRE

    Robles, C.A.; O.K. Kerbage; A.R. Moreira

    2000-01-01

    Se describe un brote de hepatitis infecciosa necrosante en un rebaño Merino de la Patagonia Argentina, en donde de 1200 ovejas mueren 80 de ellas (6,7%) en forma súbita. Los hallazgos de necropsia más llamativos fueron la gran cantidad de líquido en cavidades torácica y peritoneal, áreas de necrosis coagulativa en el parénquima hepático y la abundante cantidad de Thysanosoma actinioides en canalículos biliares y colédoco. En improntas de hígado se identificó Clostridium novyi mediante inmunof...

  3. Comportamiento del virus de la bronquitis infecciosa aviar en aves con sintomatología respiratoria provenientes de granjas de producción del Departamento de Cundinamarca

    OpenAIRE

    Córdoba Argoti, Geovanna; Vera Alfonso, Victor Julio; Correa Jaime, Jairo; Ramírez Nieto, Gloria Consuelo

    2015-01-01

    Objetivo. Evaluar la dinámica serológica contra el virus de bronquitis infecciosa aviar y su relación con la presentación y/o antecedentes de signos clínicos y hallazgos patológicos, bajo condiciones de campo. Materiales y métodos. Se realizó un muestreo al azar en dos fases, en pollo de engorde y reproductoras de granjas del Departamento de Cundinamarca. En la primera fase se tomó muestra de sangre a un total de 224 aves, distribuidas en 7 granjas. En la segunda fase, realizada 20 días poste...

  4. Determinación de la sensibilidad a amoxicilina y a clindamicina de staphylococcus spp aislado de cavidad oral de pacientes con alto riesgo de endocarditis infecciosa

    OpenAIRE

    Silvia Barrientos; Maritza del Rosario Gómez Tinoco; Hugo Diez; Edna Alarcón Tique; Nelphem Yabrudy Díaz; Gustavo Molina

    2011-01-01

    En la literatura existen pocos estudios acerca de la distribución de Staphylococcus spp en boca y los que hay sobre estos microorganismos como residentes de la cavidad oral son controversiales.El género Staphylococcus spp conforma un importante grupo de patógenos en el ser humano y origina distintas enfermedades, entre ellas, la Endocarditis Infecciosa; de igual forma, la literatura reporta tasas de resistencia a amoxicilina y clindamicina antibióticos usados comúnmente para la profilaxis en ...

  5. O PAPEL IMUNOLÓGICO E SOCIAL DO LEITE MATERNO NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS INFECCIOSAS E ALÉRGICAS NA INFÂNCIA

    OpenAIRE

    MÁRCIO FLÁVIO MOURA DE ARAÚJO; THIAGO MOURA DE ARAÚJO; EVELINE PINHEIRO BESERRA; EMILIA SOARES CHAVES

    2006-01-01

    Estudio reflexivo que tuvo como objetivo analizar la contribución inmunológica y social de la leche materna en la prevención de enfermidades infecciosas y alérgicas . El proceso de amamantamiento repercute de forma biopsicosocial en el desarrollo del niño, especialmente, en la prevención de enfermedades como las diarreas, las IRAs y las alergias que son asociadas como causa de morbimortalidad pediátrica. Esa inmunidad es conferida por los anticuerpos maternos transmitidos durante la lactancia...

  6. ENFERMEDADES INFECCIOSAS EN PACIENTES CON LUPUS ERITEMATOSO SISTÉMICO EN EL HOSPITAL CALDERÓN GUARDIA: CARACTERIZACIÓN, INCIDENCIA, PROFILAXIS Y FACTORES ASOCIADOS.

    OpenAIRE

    Villalobos Zúñiga, Manuel Antonio

    2011-01-01

    Antecedentes Las enfermedades infecciosas sonde importancia capital en el lupus eritematososistémico (LES) ya que representan la primeracausa de mortalidad y morbilidad en este grupo.La poca evidencia científica en este sentido sugiere que las bacterias propias de la flora endógena constituyen la primera causa de infección,sin dejar de lado a los agentes oportunistas quecobran mayor relevancia debido a los tratamientos inmunosupresores cada vez más efectivos y ala variación microbiológica loc...

  7. Low prevalence of hepatitis B virus, hepatitis D virus and hepatitis C virus among patients with human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome in the Brazilian Amazon basin Baixa prevalência do vírus da hepatite B, vírus da hepatite D e vírus da hepatite C entre pacientes com o vírus da imunodeficiência humana ou síndrome da imunodeficiência adquirida na Amazônia Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wornei Silva Miranda Braga

    2006-12-01

    Full Text Available Comorbidities in human immunodeficiency virus infection are of great interest due to their association with unfavorable outcomes and failure of antiretroviral therapy. This study evaluated the prevalence of coinfection by human immunodeficiency virus and viral hepatitis in an endemic area for hepatitis B in the Western Amazon basin. Serological markers for hepatitis B virus, hepatitis C virus and hepatitis D virus were tested in a consecutive sample of all patients referred for treatment of human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome. The variables sex, age, origin and exposure category were obtained from medical records and from the sexually transmitted diseases and acquired immunodeficiency syndrome surveillance database. Among 704 subjects, the prevalence of chronic hepatitis B carriage was 6.4% and past infection 40.2%. The presence of hepatitis B was associated with birth in hyperendemic areas of the Amazon basin, male sex and illegal drug use. The overall prevalence of hepatitis C was 5% and was associated with illegal drug use. The prevalence of hepatitis B and C among human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome patients in the Western Amazon basin was lower than seen elsewhere and is probably associated with the local epidemiology of these viruses and the degree of overlap of their shared risk factors. An opportunity presents itself to evaluate the prevention of hepatitis C through harm reduction policies and hepatitis B through vaccination programs among human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome patients.Co-morbidades na infecção pelo vírus da imunodeficiência humana são de grande interesse devido à associação com desfechos desfavoráveis e falhas na terapia anti-retroviral. Este estudo avalia a prevalência de co-infecção entre o vírus da imunodeficiência humana e hepatites virais, em uma área endêmica de hepatite B, na Amazônia Ocidental. Marcadores

  8. Perfil clínico-laboratorial da erliquiose monocítica canina em cães de Salvador e região metropolitana, Bahia

    OpenAIRE

    Meneses, Íris Daniela Santos de; Souza, Bárbara Maria Paraná da Silva; Teixeira, Carla Maria Moreira; Guimarães, José Eugênio

    2008-01-01

    p. 770-776 Este trabalho foi realizado com o objetivo de traçar o perfil clínico e laboratorial para o diagnóstico da erliquiose canina. Utilizaram-se 75 cães, de ambos os sexos, diferentes idades e raças, da cidade de Salvador e região metropolitana, Bahia, incluídos na pesquisa a partir da suspeita clínica e por apresentar infestação de carrapatos ou histórico de exposição prévia ao vetor. Anticorpos anti- Ehrlichia canis foram encontrados em 98,66% (74/75) dos...

  9. Uso de Peptídeo Sintético selecionado por Phage Display para o Imunodiagnóstico da Leishmaniose Visceral Canina

    OpenAIRE

    Christina Monerat Toledo Machado

    2005-01-01

    Neste trabalho foram selecionados três antígenos através da técnica de Phage Display para o imunodiagnóstico da Leishmaniose Visceral Canina. Estes antígenos tiveram os DNAs extraídos e seqüenciados. O clone que apresentou a maior reatividade frente ao pool de soros de cães com leishmaniose visceral foi sintetizado através da síntese química em membrana de celulose e na sua forma solúvel, purificado e sua massa confirmada através de espectrometria de massa. Este peptídeo (TTDDDKLKKTLTYRS) foi...

  10. Hepatitis C: sexual or intrafamilial transmission? Epidemiological and phylogenetic analysis of hepatitis C virus in 24 infected couples Hepatite C: transmissão sexual ou intrafamiliar? Análise epidemiológica e filogenética do vírus da hepatite C em 24 casais infectados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma de Paula Cavalheiro

    2009-06-01

    Full Text Available The role of sexual or intrafamilial transmission of hepatitis C is controversial. A phylogenetic analysis was performed on the non-structural region 5B of the hepatitis C virus (NS5B-HCV. High percentages of homology (mean of 98.3% were shown between the couples. Twenty (83.3% of the 24 men but only two of the women (8.3% reported having had sexually transmitted diseases during their lives. The risk factors for HCV acquisition were blood transfusion (10 couples, use of illegal injected drugs (17, use of inhalants (15, acupuncture (5 and tattoos (5. The shared use of personal hygiene items included toothbrushes between six couples (25%, razor blades between 16 (66.7%, nail clippers between 21 (87.5% and manicure pliers between 14 (58.3%. The high degree of similarity of the hepatitis C virus genome supports the hypothesis of hepatitis C virus transmission between these couples. The shared use of personal hygiene items suggests the possibility of intrafamilial transmission of infection.O papel da transmissão sexual ou intrafamiliar da hepatite C é controverso. Foi feita análise filogenética, região não estrutural 5B do vírus da hepatite C (NS5B-HCV. Altas percentagens de homologia com média de 98,3% foi revelada entre os casais. Vinte (83,3% de 24 homens, contra apenas duas (8,3% mulheres reportaram doença sexualmente transmisível durante suas vidas. Os fatores de risco para aquisição da doença foram: transfusão de sangue para 10 casais, uso de drogas ilícitas injetáveis para 17, inalatórias para 15, acupuntura em 5 e tatuagens para 5. O compartilhamento de utensílios de higiene pessoal incluem: escova de dente para seis (25% dos casais, lâmina de barbear para 16 (66,7%, cortador de unhas para 21 (87,5% e alicate de manicure para 14 (58,3%. O alto grau de similaridade genômica entre os vírus da hepatite C suporta a hipótese de transmissão entre os casais. O uso compartilhado de utensílios de higiene pessoal sugere a

  11. Endocardite infecciosa por Haemophilus aphrophilus: relato de caso Infective endocarditis due to Haemophilus aphrophilus: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo M. Pereira

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o caso de uma criança com endocardite infecciosa causada por Haemophilus aphrophilus. DESCRIÇÃO: Menino com febre e calafrios há 20 dias. À internação, apresentava-se febril, descorado e sem sinais de instabilidade hemodinâmica; à ausculta cardíaca, tinha sopro holosistólico em foco mitral. Os exames laboratoriais identificaram anemia (hemoglobina = 9,14 g/dL, leucócitos totais de 11.920 mm³, plaquetas de 250.000 mm³, velocidade de sedimentação das hemácias e proteína C reativa elevadas. O ecocardiograma revelou imagem em válvula mitral, sugestiva de vegetação. Com a hipótese de endocardite, foi iniciada antibioticoterapia com penicilina cristalina (200.000 UI/kg/dia associada à gentamicina (4 mg/kg/dia. No terceiro dia de tratamento, foi identificado Haemophilus aphrophilus em hemoculturas, sendo então trocado o esquema antibiótico para ceftriaxona (100 mg/kg/dia. No 20º dia de internação, encontrava-se pálido, mas sem febre e sem outras queixas. Os exames mostravam hemoglobina = 7,0 g/dL, leucócitos = 2.190 mm³, plaquetas = 98.000 mm³, razão normatizada internacional = 1,95 e R = 1,89. Foi feita hipótese de reação adversa ao ceftriaxona, que foi substituído por ciprofloxacina, 20 mg/kg/dia, até completar 6 semanas de tratamento. Após 72 horas da troca, houve normalização dos exames. Durante seguimento ambulatorial, apresentou insuficiência mitral grave, sendo submetido a troca de válvula por prótese metálica 9 meses após quadro agudo. Há 3 anos encontra-se bem, em acompanhamento ambulatorial. COMENTÁRIOS: É rara a identificação de agentes do grupo HACEK (Haemophilus ssp, Actinobacillus actinomycetemcomitans, Cardiobacterium hominis, Eikenella corrodens e Kingella kingae em crianças com endocardite infecciosa. O caso apresentado, sem fatores de risco relacionados a esses agentes, reafirma a necessidade de tentar sempre identificar o agente etiológico das endocardites para

  12. EVOLUCIÓN DE LA SOCIALIDAD, ESTRATEGIAS ALIMENTARIAS Y ANATOMÍA CRÁNEODENTAL EN LA SUBFAMILIA CANINAE Evolution of Sociality, Diet, and Craniodental Anatomy in the Subfamly Caninae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOAO MUÑOZ-DURÁN

    2012-04-01

    organization of ancestral and modern mammal communities. Thus, it is important to identify what extinct carnivore species may have been social and to determine when, where and under which environmental contexts they evolved. The first step is to establish if there is an association between morphological traits, susceptible of being preserved in the fossil record, and differences in the degree of sociality of present day carnivores. The aim of this research was to establish if there is an association between variation in shape and variables related to mechanical properties of the skulls, and differences in sociality level, diet and sex in modern canids. The sample included 972 specimens of 33 canid species. We analyzed the shape of the lateral side of the cranium, zygomatic arch, dentary bone and mandibular corpus, as well as 20 variables related to mechanical properties of the skull. Results suggest that hypercarnivorous social canids have shapes and mechanical properties that are different from other modern canids. We found that morphological variation is not affected by sex. Results may be used to identify extinct Caninae species that were social and hypercarnivorous. Results also suggest that the evolution of sociality is dependent on phylogenetic relationships and ecological context, particularly the abundance of large prey and the presence of sympatric carnivores.

  13. Detecção do virus da anemia das galinhas em coinfecção com o vírus doença infecciosa bursal em frangos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Chacón

    2010-08-01

    Full Text Available Este estudo investigou a manifestação do vírus da Anemia Infecciosa das Aves (VAIA em lotes de frangos que apresentavam retardo no crescimento e aumento da mortalidade observado a partir do quarto dia de idade. Clinicamente, as aves apresentavam depresão, palidez, despigmentação e retardo de crescimento. À necropsia, as aves apresentavam lesões compatíveis com a infecção pelo vírus da Anemia infecciosa das aves (VAIA. Amostras de fígado, baço e timo foram examinadas por PCR que amplifica um frangmento de 675 pb do gene VP-1 do VAIA. Todos os órgãos examinados foram positivos para o vírus da Anemia Infecciosa das Aves. Os demais patógenos, como adenovírus, reovírus, astrovírus, vírus da doença infecciosa bursal e coronavírus aviário não foram detectados pelas diferentes técnicas laboratoriais, como sorologia, PCR ou PAGE. Os resultados mostraram que o vírus da Anemia Infecciosa das Aves (VAIA pode manifestar-se clinicamente nos primeiros dias de vida dos frangos - um fato ainda não reportado - associado ao vírus vacinal da doença infecciosa bursal (DIB cepa forte pode induzir um persistente retardo de crescimento, por várias semanas, em frangos.

  14. O PAPEL IMUNOLÓGICO E SOCIAL DO LEITE MATERNO NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS INFECCIOSAS E ALÉRGICAS NA INFÂNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MÁRCIO FLÁVIO MOURA DE ARAÚJO

    2006-01-01

    Full Text Available Estudio reflexivo que tuvo como objetivo analizar la contribución inmunológica y social de la leche materna en la prevención de enfermidades infecciosas y alérgicas . El proceso de amamantamiento repercute de forma biopsicosocial en el desarrollo del niño, especialmente, en la prevención de enfermedades como las diarreas, las IRAs y las alergias que son asociadas como causa de morbimortalidad pediátrica. Esa inmunidad es conferida por los anticuerpos maternos transmitidos durante la lactancia materna, principalmente, por la IgA( principal anticuerpo de la leche que irán a habitar el trato digestivo del niño, impidiendo así que microorganismos patógenos colonicen el trato enterogástrico infantil, produciendo enfermedades. El enfermero teñie tido realce en lo aconsejamento de gestantes y puerperas para asegurar lo amamantamiento hasta lo período de seis meses. Se señala que el amamantamiento maternal debido a sus características inmunológicas y sociales que previenen varias enfermedades infecciosas y alérgicas se constituye en una acción de promoción de la salud.

  15. Aneurisma infectado de artéria braquial após endocardite infecciosa de valva mitral Infected aneurysm of brachial artery after mitral valve infective endocarditis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heraldo Guedis Lobo Filho

    2011-03-01

    Full Text Available Apresentamos um caso de aneurisma infectado de artéria braquial em paciente com endocardite infecciosa por Streptococcus bovis. Homem de 49 anos de idade se apresentou com febre, dispnéia e sopro regurgitativo em foco mitral com irradiação para axila. O ecocardiograma demonstrou vegetação em valva mitral nativa. Após troca valvar mitral com implante de prótese biológica, observou-se massa pulsátil de cinco centímetros de diâmetro em fossa antecubital direita. Foi feito o diagnóstico de aneurisma infectado de artéria braquial, e o tratamento cirúrgico foi realizado com sucesso. O objetivo desse relato de caso é apresentar uma complicação pouco comum após endocardite infecciosa.We present a case of brachial artery infected aneurysm in a patient with infective endocarditis caused by Streptococcus bovis. A 49-year-old man presented with fever dyspnea and a pansystolic murmur with irradiation to axilla. The echocardiogram revealed vegetation in native mitral valve. After mitral valve replacement with bioprosthesis, it was observed pulsatile mass of five centimeters in diameter at antecubital fossa of right upper limb. It was made the diagnosis of infected aneurysm of the brachial artery, and the surgery was performed successfully. The aim of this case report is to show a rare complication after infective endocarditis.

  16. [Scientific productivity, collaboration and research areas in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica (2003-2007)].

    Science.gov (United States)

    González-Alcaide, Gregorio; Valderrama-Zurián, Juan Carlos; Ramos-Rincón, José Manuel

    2010-10-01

    Collaboration is essential for biomedical research. The Carlos III Health Institute (the Spanish national public organization responsible for promoting biomedical research) has encouraged scientific collaboration by promoting Thematic Networks and Cooperative Research Centres. Scientific collaboration in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clinica journal is investigated. Papers published in Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clinica in the period 2002-2007 have been identified. Bibliometrics and Social Network Analysis methods have been carried out in order to quantify and characterise scientific collaboration and research areas. A total of 805 papers generated by 2,289 authors and 326 institutions have been analysed. There were 36 research groups involving 138 authors identified. The Collaboration Index for articles was 5.5. Institutional collaboration was determined in 75% of articles. The collaboration between departments or units of the same institution prevails (43%), followed by intra-regional domestic collaboration (41%) and inter-regional domestic collaboration (14%). Hospital centres were the main institutional sector responsible of research (88% of papers), with 68% of articles cited. Sida/VIH (AIDS/HIV) is the main research area (n=114), followed by Staphylococcal Infections (n=33). Notable collaboration and citation rates have been observed. Research is focused on diseases with the highest mortality rates caused by infectious diseases in Spain. Copyright © 2009 Elsevier España, S.L. All rights reserved.

  17. Hepatite C e gestação: análise de fatores associados à transmissão vertical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Vidal Cardoso Gardenal

    2011-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Informações sobre hepatite C durante a gestação em serviços brasileiros são escassas. O objetivo deste estudo foi verificar os fatores associados à transmissão vertical do vírus da hepatite C em gestantes. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal, realizado em gestantes procedentes do município de Campo Grande/MS, que apresentaram sorologia reagente e confirmada para VHC, no período de 2002 a 2005. Considerou-se transmissão vertical sorologia VHC positiva por ELISA, confirmada com PCR, após os 18 meses de vida do recém-nascido. Considerou-se fatores associados a TV: tipo de parto, tempo de rotura de membranas, amamentação, histórico de transfusões sanguíneas prévias, uso de drogas ilícitas, número de parceiros sexuais e presença de tatuagens pelo corpo. RESULTADOS: Identificou-se 58 gestantes portadoras do VHC, revelando prevalência de infecção de 0,2% (58/31.187. Das 58 pacientes, 23 (39,6% preencheram os critérios de inclusão no estudo. A taxa de TV foi de 13% (3/23, sendo os subtipos virais mais frequentes: 1a (53%, 1b (30%, 2b (4% e 3a (13%. Duas (8,7% pacientes apresentaram co-infecção pelo HIV. Houve associação (p 2,5x10(6 e entre TV e uso de drogas ilícitas pela mãe (p < 0,05. CONCLUSÕES: O presente estudo demonstra que elevada viremia materna e o uso de drogas ilícitas pela mãe associam-se a transmissão materno-fetal do VHC.

  18. Mudança na suscetibilidade à hepatite A em crianças e adolescentes na última década

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenita S Krebs

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar a prevalência de anticorpos contra hepatite A (anti-VHA em grupo de crianças e adolescentes de laboratório público e privado em Porto Alegre e comparar com estudo realizado na década anterior. MÉTODOS: Entre 2007 e 2008 foi realizado estudo transversal onde foram incluídas, consecutivamente, 465 amostras de soros de crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade para determinar a prevalência de anticorpos anti-VHA total. As amostras foram fornecidas por laboratório público (grupo 1, que atende somente Sistema Único de Saúde, e por laboratório privado (grupo 2, representando os estratos socioeconômicos mais baixo e mais alto, respectivamente. O teste foi realizado em único laboratório (eletroquimioluminescência, Roche Diagnostics. Resultados > 20 UI/L foram considerados positivos. RESULTADOS: A soroprevalência de anti-VHA no grupo 1 foi de 37,6% e o percentual de positividade aumentou conforme a idade, variando de 19,4% entre 1-4 anos a 54,1% entre 15-19 anos. No grupo 2, a frequência de anti-VHA foi de 46,1% e foi inversamente relacionada à idade, caindo de cerca de 50,0% nas faixas etárias menores para 29,1% aos 15-19 anos. Houve diminuição significativa na prevalência do anti-VHA nas crianças de 5-9 anos do grupo 1 (p = 0,03, quando comparadas com estudo realizado na década de 1990. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem queda na endemicidade da hepatite A em Porto Alegre na última década e indicam maior suscetibilidade à doença em crianças e adolescentes, principalmente no estrato socioeconômico mais baixo.

  19. Prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B em trabalhadores do serviço hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernandes José V.

    1999-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B (VHB e identificar fatores de risco, de transmissão desse vírus, no ambiente hospitalar. MÉTODOS: Foram examinados 210 indivíduos de diversas profissões que trabalham em hospital universitário. O método empregado foi o ELISA e utilizou-se, como grupo-controle, 45 doadores voluntários de sangue. RESULTADOS: Constatou-se que 20,5% dos profissionais que trabalham no hospital apresentavam positividade para, pelo menos, um dos três marcadores dos vírus pesquisados, contra 6,6% do grupo-controle. Nos trabalhadores do hospital, a prevalência de cada marcador isoladamente foi: anti-HBc 8,1%, anti-HBs 5,2% e AgHBs 2,9% , sendo que em 4,3% desses indivíduos foi detectada a presença simultânea dos marcadores anti-HBc e anti-HBs. No grupo-controle, foi detectada apenas a presença dos marcadores anti-HBc e anti-HBs, isoladamente, com prevalências de 4,4 e 2,2%, respectivamente. Os maiores índices de positividade observados foram: pessoal de laboratório, 24,0%; pessoal de enfermagem, 23,6%; médicos, 20,8%; e pessoal da limpeza, 18,2%. CONCLUSÕES: Os achados indicam que os profissionais da saúde estão mais expostos à infecção pelo VHB, sugerindo que o contato com pacientes e a manipulação de fluidos corporais são fatores de risco de transmissão ocupacional desse vírus, recomendando-se a vacinação desses profissionais contra a hepatite B.

  20. Prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B em trabalhadores do serviço hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José V. Fernandes

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B (VHB e identificar fatores de risco, de transmissão desse vírus, no ambiente hospitalar. MÉTODOS: Foram examinados 210 indivíduos de diversas profissões que trabalham em hospital universitário. O método empregado foi o ELISA e utilizou-se, como grupo-controle, 45 doadores voluntários de sangue. RESULTADOS: Constatou-se que 20,5% dos profissionais que trabalham no hospital apresentavam positividade para, pelo menos, um dos três marcadores dos vírus pesquisados, contra 6,6% do grupo-controle. Nos trabalhadores do hospital, a prevalência de cada marcador isoladamente foi: anti-HBc 8,1%, anti-HBs 5,2% e AgHBs 2,9% , sendo que em 4,3% desses indivíduos foi detectada a presença simultânea dos marcadores anti-HBc e anti-HBs. No grupo-controle, foi detectada apenas a presença dos marcadores anti-HBc e anti-HBs, isoladamente, com prevalências de 4,4 e 2,2%, respectivamente. Os maiores índices de positividade observados foram: pessoal de laboratório, 24,0%; pessoal de enfermagem, 23,6%; médicos, 20,8%; e pessoal da limpeza, 18,2%. CONCLUSÕES: Os achados indicam que os profissionais da saúde estão mais expostos à infecção pelo VHB, sugerindo que o contato com pacientes e a manipulação de fluidos corporais são fatores de risco de transmissão ocupacional desse vírus, recomendando-se a vacinação desses profissionais contra a hepatite B.

  1. Morbilidad y mortalidad en el servicio de hospitalización del Departamento de enfermedades infecciosas, tropicales y dermatológicas del Hospital Nacional Cayetano Heredia entre 1990 - 2000.

    OpenAIRE

    Carlos Zamudio Fuertes; Carlos Seas Ramos; Katherine Hernandez Magallanes; Elizabeth Ramos Salazar; Kristien Verdonck Bosteels; Raúl Chuquiyauri Haro; Juan Echevarria Zarate; Pedro Legua Leyva; Ciro Maguiña Vargas; Eduardo Gotuzzo Herencia

    2013-01-01

    Objetivo: Describir la demografía, e identificar la morbilidad más frecuente y las tasas de mortalidad de la unidad de enfermedades infecciosas en un hospital de referencia, público y docente, localizado en el norte de Lima-Perú. Material y métodos: Se realizó un estudio retrospectivo donde se incluyeron todas las hospitalizaciones del Departamento de Enfermedades Infecciosas, Tropicales y Dermatológicas del Hospital Nacional Cayetano Heredia, entre enero de 1990 y diciembre del 2000. Se regi...

  2. Detecção do virus da anemia das galinhas em coinfecção com o vírus doença infecciosa bursal em frangos

    OpenAIRE

    Jorge Luiz Chacón; Eliana Ottati Nogueira; Liana Bretano; Cleide R. Gomes; Claudete Serrano Astolfi-Ferreira; Laura Villarreal; Antonio José Piantino Ferreira

    2010-01-01

    Este estudo investigou a manifestação do vírus da Anemia Infecciosa das Aves (VAIA) em lotes de frangos que apresentavam retardo no crescimento e aumento da mortalidade observado a partir do quarto dia de idade. Clinicamente, as aves apresentavam depresão, palidez, despigmentação e retardo de crescimento. À necropsia, as aves apresentavam lesões compatíveis com a infecção pelo vírus da Anemia infecciosa das aves (VAIA). Amostras de fígado, baço e timo foram examinadas por PCR que amplifica um...

  3. Microbiological and histopathological aspects of canine pyometra Aspectos microbiológicos e histopatológicos da piometria canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jennifer Anne Coggan

    2008-09-01

    Full Text Available As pyometra is recognized as one of the main causes of disease and death in the bitch the purposes of this study were to evaluate microbiological and histopathological aspects of canine pyometra and to research the virulence factors of the E. coli isolates identifying possible risks to human health. The microbiological isolation from the intrauterine contents of 100 dogs with pyometra was carried out and the virulence factors in the E. coli strains were identified using PCR method. This study also consisted of the counting of microorganisms colonies forming units in samples of intrauterine content, tests of antimicrobial susceptibility of the E. coli isolates and the histological examination of the uterus. E. coli was the most prevalent microorganism isolated (76.6% and 120 strains (79.5% were positive for sfa, 86 (56.9% were positive for cnf, 87 (57.6% were positive for pap, 52 (34.4% were positive for hly, 51 (33.8% were positive for iuc and 5 (3.3% were positive for afa genes. One observed more sensitivity of E. coli to norfloxacin, polimixin B, sulphazotrin, chloranfenicol and enrofloxacin. In 42% of the samples of uterine walls where microorganisms were isolated, the sizes of the areas of the inflammatory responses corresponded to 39-56%. Virulence factors were identified in 98.0% of the strains evaluated, demonstrating a high frequency of potentially pathogenic E. coli. It must be considered that dogs are animals that are living in close proximity to man for thousands of years and have an important role in the transmission of E. coli to other animals and to man.A piometra é uma enfermidade da cadela adulta, sendo a doença reconhecida como uma das causas mais comuns de morte desta espécie animal. Os objetivos deste trabalho foram a avaliação de aspectos microbiológicos e histopatológicos da piometra canina e pesquisa de fatores de virulência de E. coli, identificando possíveis riscos para a saúde humana. Foi realizado o exame

  4. Brucelosis canina en perros de la ciudad de Buenos Aires Canine brucellosis in dogs in the city of Buenos Aires

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Boeri

    2008-08-01

    Full Text Available La brucelosis canina, causada por Brucella canis, provoca epididimitis, atrofia testicular y esterilidad en los perros, mientras que en las hembras el síntoma principal es el aborto. La transmisión al hombre puede ser por contacto con el semen, orina, y/o fetos abortados de animales infectados. El presente estudio de tipo observacional de corte transversal, se realizó en caninos de barrios y asentamientos con alto índice de necesidades básicas insatisfechas (NBI en 8 áreas de la ciudad de Buenos Aires. Se estudiaron 219 perros, 184 hembras y 35 machos, que fueron negativos a la prueba de aglutinación con antígeno tamponado (BPAT, que descartó la infección con especies lisas del género Brucella. Sedetectaron anticuerpos anti-B. canis en 16 perros (7.3%, 9 hembras y 7 machos, este último dato es relevante ya que la orina de los machos es considerada uno de los medios de diseminación de la infección. Aunque sólo se pudieron tomar hemocultivos a 175 animales, en 3 (2 hembras y un macho se aislaron B. canis. Sólo 3 de los dueños de los perros positivos accedieron al diagnóstico serológico y dos resultaron positivos. Destacamos que la prueba de inmunodifusión en gel de agar (IGDA ha demostrado ser poco sensible, detectó sólo uno de los 16 casos positivos y ninguno de los tres confirmados por aislamiento. Concluimos que en las áreas estudiadas el hallazgo de perros serológicamente positivos y el aislamiento de B. canis en 3 casos, son indicadores del riesgo en el que se encuentra la salud de la población expuesta.Canine brucellosis, caused by Brucella canis, provokes epidydimitis, testicular atrophy and sterility in male dogs, while in females the major symptom is miscarriage. Transmission to humans may be through contact with semen, urine and/or aborted fetuses of infected animals. Our study, observational and cross-sectional, focused on dogs in lower class neighborhoods and slums with a high rate of unmet basic needs (UBN in

  5. Detection of hepatitis B virus DNA in sera from 18 alcoholic carriers of "anti-HBc alone" and response to a single dose of hepatitis B vaccine Pesquisa de DNA do vírus da hepatite B no soro de 18 alcoolistas portadores de "anti-HBc isolado" e resposta a uma dose da vacina para hepatite B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Marques de Oliveira

    2008-09-01

    Full Text Available To evaluate the possibility of occult hepatitis B virus (HBV infection in alcoholics carriers of "anti-HBc alone", and to verify the behavior of this serological pattern after a single dose of hepatitis B vaccine, 18 alcoholics who had this serological profile were evaluated by the polymerase chain reaction method, and 17 of them were vaccined. All were negative for HBV DNA. Nine (52.9% of those vaccined had anamnestic response, mainly those with positive anti-HBe (8/10; 80%. "Anti-HBc alone" was compatible with low levels of anti-HBs in half of the patients, and probably with false positive results for anti-HBc in the others.Para avaliar a possibilidade de infecção oculta pelo vírus da hepatite B em alcoolistas com "anti-HBc isolado" e a resposta a uma dose da vacina para a hepatite B, 18 alcoolistas com este perfil sorológico foram avaliados pelo método de reação em cadeia da polimerase e 17 deles foram vacinados. Todos tiveram negativos os exames para o VHB DNA. Nove (52,9% dos vacinados tiveram resposta anamnéstica, principalmente aqueles com anti-HBe positivo (8/10; 80%. "Anti-HBc isolado" foi compatível com baixos títulos de anti-HBs em metade dos pacientes, e provavelmente com resultado falso-positivo para o anti-HBc nos demais.

  6. Transversalizando a rede: o matriciamento na descentralização do aconselhamento e teste rápido para HIV, sífilis e hepatites

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Bones Rocha

    Full Text Available RESUMO Objetivou-se investigar como a política de descentralização do aconselhamento e teste rápido de HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana, sífilis e hepatites foi implementada a partir do matriciamento das equipes de Atenção Básica em Porto Alegre. É um estudo qualitativo, no qual foram realizadas oito entrevistas com matriciadoras. Entre os aspectos positivos, estão a realização da capacitação dos profissionais da Atenção Básica, de interconsultas, supervisões e visitas. Essas experiências destacam a potencialidade de um trabalho mais horizontal entre os níveis de atenção especializado e básico. Entre os aspectos considerados negativos, destacam-se a ênfase na parte técnica do teste e a descontinuidade do matriciamento.

  7. Fatores associados à imunização contra Hepatite B entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Maria Eleutério de Barros Lima Martins

    2015-02-01

    Full Text Available Estudo transversal conduzido entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família de Montes Claros. Objetivo: investigar o relato de vacinação contra Hepatite B, a verificação da imunização e os fatores associados às dosagens de anti-HBs. Método: coletaram-se amostras de sangue daqueles que relataram ter recebido uma ou mais doses da vacina. Avaliou-se a associação da dosagem de anti-HBs com condições sociodemográficas, ocupacionais e comportamentais. As associações foram verificadas pelos testes Mann Whitney e Kruskal Wallis e correlação de Spermann seguida pela regressão linear, utilizou-se o SPSS® 17.0. Resultados: dentre os 761 entrevistados, 504 (66,1% foram vacinados, 52,5% tomaram três doses, 30,4% verificaram a imunização. Dos 397 avaliados quanto à dosagem de anti-HBs, 16,4% estavam imunes. Conclusão: constatou-se que o maior tempo de trabalho foi associado a níveis mais elevados de anti-HBs, enquanto os níveis de tabagismo foram inversamente associados ao anti-HBs. Há necessidade de campanhas de vacinação entre esses trabalhadores.

  8. Imunização contra hepatite B em profissionais e estudantes da área da saúde: revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Mello Milani

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo desta revisão integrativa foi identificar as evidências disponíveis na literatura sobre o índice de adesão à imunização contra hepatite B por profissionais e estudantes da área da saúde e fatores que aumentam ou diminuem a adesão. A busca foi realizada na base de dados Medline. Dezenove estudos compuseram a amostra, todos com nível de evidência seis. A taxa de adesão variou segundo a categoria profissional e o curso de graduação na área da saúde. Os fatores que contribuíram para melhor adesão foram vacina disponível no serviço e sem custos; e para a baixa adesão foram o custo elevado da vacina, descrédito quanto ao seu benefício e pouco investimento em campanhas de vacinação. Identificou-se a necessidade de estudos com outros delineamentos capazes de fornecer melhores subsídios para aumentar os níveis de adesão à vacinação e conseqüentemente a segurança de profissionais e estudantes da área da saúde.

  9. Infecções bacterianas pioram o prognóstico da hepatite alcoólica Alcoholic hepatitis: bad prognosis due to concomitant bacterial infections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Strauss

    2004-06-01

    Full Text Available As infecções bacterianas cursam com altos índices de morbilidade e mortalidade na cirrose hepática. O objetivo do nosso trabalho foi avaliar se também na hepatite alcoólica as infecções bacterianas são fatores de mau prognóstico. Na avaliação retrospectiva de 681 pacientes hospitalizados em um único centro, por período de 6 anos, foram bem documentados 52 (7,5% casos de hepatite alcoólica, sendo 73,1% com biópsia hepática para análise histopatológica e os restantes por diagnóstico clínico-bioquímico. Houve predomínio do sexo masculino (relação 3,3:1,0, com idade média de 40 anos e ingestão média de etanol puro de 193g/dia por mais de 3 anos. As principais complicações foram: encefalopatia hepática (n=5, insuficiência renal (n=4 e hemorragia digestiva alta (n=3. Houve infecção bacteriana em 11 (21,1% pacientes, sendo pulmonar (n=5, peritonite bacteriana espontânea (PBE (n=2, urinária (n=3 e dermatológica (n=1. Óbito precoce, durante o período de internação ocorreu em 8 (15,4% casos e a análise comparativa entre eles e os sobreviventes mostrou serem fatores de mau prognóstico a presença de encefalopatia hepática (p=0,012, bilirrubinas > 20mg% (p=0,012 e associação com infecções graves (pulmonar/PBE, com p=0,004. Em conclusão, demonstramos que as infecções bacterianas são fatores de mau prognóstico na hepatite alcoólica. Recomendamos, portanto, que a profilaxia com antibióticos que se faz durante hemorragia digestiva alta na cirrose e em casos de insuficiência hepática fulminante, seja estendida para a hepatite alcoólica, em sua forma grave, com finalidade de evitar infecções bacterianas e mortalidade precoce.Bacterial infections increase morbidity and mortality in cirrhosis. Our aim was to investigate whether in alcoholic hepatitis the development of bacterial infections was also a poor prognostic factor. In the retrospective evaluation of 681 hospitalized patients with liver disease

  10. Prevalência de marcadores para o vírus da hepatite B em contatos domiciliares no Estado do Amazonas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brasil Leila Melo

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar o comportamento intrafamiliar da infecção pelo VHB, identificando os possíveis mecanismos de transmissão dos vírus B no Estado do Amazonas. Foram estudados 97 casos índices e 258 familiares. Na análise dos contatos observou-se uma elevada proporção de familiares com marcadores de infecção pregressa (51,6% como também indicadores de infecção ativa (12% para o VHB, e uma alta prevalência entre os irmãos (23,6%. Um indicador indireto da transmissão intrafamiliar foi observado em razão de elevada freqüência de infecção pelo VHB entre os contatos de casos índices acometidos pela forma fulminante de hepatite. A alta prevalência entre os irmãos caracteriza a transmissão de caráter horizontal e familiar. Em relação a transmissão vertical, em nosso estado, é possível que ocorra, mas, como um evento raro. Todas estas observações apontam para a necessidade de novas investigações visando o esclarecimento dos mecanismos pelos quais se dá a transmissão intrafamiliar desse agente viral.

  11. Prevalência e fatores associados ao anticorpo contra o vírus da hepatite “C” em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 atendidos no Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. – Rio Grande, RS

    OpenAIRE

    Sparvoli, Jucéli Márcia Hendges

    2004-01-01

    Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2004. A hepatite C e o diabetes mellitus tipo 2 apresentam substancial morbidade, complicações devastadoras e mortalidade significativa. A prevalência do diabetes mellitus tipo 2 está aumentando exponencialmente, adquirindo características epidêmicas. A prevalência global da hepatite C crônica é estimada em 3%. No Brasil, a prevalência da infecção varia de 0,9 a 2,8%. ...

  12. Características clínicas y epidemiológicas de la queratitis infecciosa en operados de queratoplastia penetrante óptica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karyna Castro Cárdenas

    Full Text Available Objetivo: describir las características clínicas y epidemiológicas de la queratitis infecciosa en la queratoplastia penetrante óptica. Métodos: se realizó una investigación observacional, descriptiva, longitudinal prospectiva, con una muestra de 31 pacientes con diagnóstico de queratitis infecciosa en el injerto corneal, después de una queratoplastia penetrante óptica. Atendidos en el Servicio de Córnea del Instituto Cubano de Oftalmología «Ramón Pando Ferrer» en fecha comprendida de marzo a noviembre del 2010. Las variables estudiadas fueron: edad, sexo, intervalo de tiempo entre la queratoplastia penetrante y el inicio de la infección, factores predisponentes asociados a la queratitis infecciosa, manifestaciones clínicas, complicaciones y estado final del injerto. Resultados: predominó el sexo masculino (61,3 % y el grupo de edades de 30-44 años (45,2 %. La mayoría de los casos presentaron una infección tardía, siendo el principal factor predisponente el uso de esteroides tópicos. El síntoma más frecuente fue la secreción (77,4 % y el signo más significativo fue el edema corneal (74,1 %. Predominó la localización periférica del infiltrado (51,6 %, con un tamaño de 1-3 mm (48,4 % y una profundidad hasta el tercio anterior (58,1 %. La complicación más frecuente fue la hipertensión ocular secundaria con un (50 %. El injerto mantuvo la transparencia solo en el 12,9 % de los pacientes. Conclusiones: la queratitis microbiana después del trasplante de córnea es una complicación amenazante para la visión y puede llevar a la pérdida de la transparencia, debido a la formación de cicatriz corneal. Es necesario mantener el control de los factores predisponentes para disminuir la frecuencia de esta complicación.

  13. Lesões histológicas no sistema nervoso central de cães com encefalite e diagnóstico molecular da infecção pelo vírus da cinomose canina Histopathological lesions in the central nervous system of dogs with encephalitis and molecular diagnosis of canine distemper virus infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M.S. Gebara

    2004-04-01

    Full Text Available Dez amostras de urina de cães que apresentavam sinais clínicos sistêmicos e neurológicos indicativos da infecção pelo vírus da cinomose canina (CDV foram analisadas pela técnica da reação em cadeia pela polimerase precedida de transcrição reversa (RT-PCR para a detecção do RNA do CDV. O exame histopatológico foi realizado em fragmentos de cérebro, cerebelo e bexiga. Como controle negativo foram colhidos fragmentos de órgãos e urina de quatro cães sem sinais clínicos de doença infecciosa e que morreram por outras causas. Todos os cães (9/10 positivos em RT-PCR apresentaram alterações histológicas no cérebro e cerebelo, características de encefalite aguda (5/9 ou crônica (4/9 compatíveis com as causadas pelo CDV. Um dos cães com alterações clínicas neurológicas semelhantes às observadas em cinomose foi negativo na RT-PCR e apresentou alterações histopatológicas inespecíficas. Nas amostras de bexiga não foram observadas lesões histológicas. Todas as amostras biológicas provenientes dos cães-controle foram negativas na RT-PCR (urina e não apresentaram alterações histológicas (fragmentos de órgãos. O trabalho evidenciou a especificidade da RT-PCR no diagnóstico precoce e ante mortem na infecção pelo CDV.The reverse transcription-polymerase chain reaction (RT-PCR was used to detect canine distemper virus (CDV RNA in 10 urine samples from dogs that had died with clinical systemic and neurological signs indicative of CDV infection. Brain, cerebellum and urinary bladder fragments were collected for histopathological examination. For the negative control, urine and organ fragments were collected at necropsy from four dogs without clinical symptoms of infectious diseases that had died from other causes. The dogs positives in RT-PCR (9/10 presented histological lesions in the brain and cerebellum characteristic of acute (5/9 or chronic (4/9 encephalitis compatible with those caused by CDV. One of the dogs

  14. Teses sobre hepatites na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1837-2000 Theses on hepatitis at the Faculdade de Medicina of the Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1837-2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2012-06-01

    Full Text Available Apresenta inventário das teses sobre hepatites da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro entre 1837 e 2000. A análise indica potencialidades e limites para discussão do quadro evolutivo do conhecimento científico no Brasil sobre esses agravos. As teses também são discutidas à luz de seus referenciais científicos e das mudanças tecnológicas e sociais que as influenciaram. Identificam-se e categorizam-se os marcos do ensino médico e do conhecimento sobre as hepatites, considerando que as teses revelam, no mínimo, o estado da arte de seu objeto. O estudo permitiu explorar as bases em que os saberes científicos sobre as hepatites foram construídos e indicar possibilidades de pesquisas na reconstrução do conhecimento científico de outros agravos.An inventory of the theses on hepatitis of the Faculdade de Medicina of the Universidade Federal do Rio de Janeiro between 1837 and 2000 is presented. The analysis indicates the potential and limits for discussion of the evolutionary framework of scientific knowledge on these health problems in Brazil. The theories are also discussed in light of their scientific reference points and the technological and social changes that influenced them. The landmarks in medical education and knowledge about hepatitis are identified and categorized, considering that the theses reveal at the very least the state of the art on the subject. The study makes it possible to explore the foundations upon which the scientific knowledge on hepatitis were built and indicate possibilities for research in the reconstruction of scientific knowledge of other health problems.

  15. Soroepidemiologia para o virus da hepatite B (VHB em gestantes/parturientes e sua transmissão para recém-nascidos em Goiânia, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Divina das Dores P. Cardoso

    1996-08-01

    Full Text Available Foram coletadas, entre março de 1990 e julho de 1992, 1459 amostras sanguíneas de mulheres gestantes/parturientes na cidade de Goiânia-GO, objetivando detecção da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB, através dos marcadores sorológicos AgHBs e anti-HBs. O percentual depositividade encontrado, pelo teste imunoenzimãtico, foi de 7,5%, sendo 0,5%para AgHBs e 7,0%para anti-HBs. A análise efetuada, considerando a faixa etária, mostra que 7 de 8 mulheres AgHBs-positivas pertenciam à faixa etária de até 30 anos, situação semelhante em relação ao anti-HBs(83/101. Das 8 mulheres positivas, 4 tiveram seus recém-nascidos submetidos a tratamento profilático com vacina (Engerix B e imunoglobulina humana anti-hepatite B (HBIG. Além disso, 3 dessas crianças foram analisadas sorologicamente, sendo que uma era AgHBs-positiva ao nascimento. Doença sexualmente transmissível e transfusão sanguínea foram fatores de risco que coirelacionaram significantemente com a infecção. Esses resultados parece-nos reforçar a indicação de triagem à infecção pelo vírus da hepatite B no período pré-natal, assim como a adoção de medidas imunoprofiláticas nas crianças nascidas de mães positivas.

  16. Endocarditis infecciosa, experiencia de diez años en un centro de referencia nacional Infectious endocarditis, 10 years of experience in a national reference center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elsa Fleitas Ruisánchez

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivo: estudiar las características clínicas, epidemiológicas y microbiológicas, así como el tratamiento médico quirúrgico de los pacientes ingresados con el diagnóstico de endocarditis infecciosa, con el propósito de profundizar en su estudio y contribuir a un mejor tratamiento a estos pacientes. Métodos: se estudiaron 24 pacientes procedentes de todo el país, egresados con el diagnóstico de endocarditis infecciosa. Los datos fueron recogidos de las historias clínicas procedentes del archivo del Hospital "William Soler", y de la base de datos del servicio de cirugía del cardiocentro. Se determinó la frecuencia de las diferentes manifestaciones de la endocarditis infecciosa según: grupos etarios, factores de riesgo, y los datos clínicos, de laboratorio y microbiológicos más frecuentes. Además, se determinó la toma valvular predominante, la etiología y su respuesta a los antibióticos. Resultados: el grupo de edad más afectado fue entre 5 y 18 años; la cardiopatía previa fue el factor de riesgo predominante; los síntomas y signos más frecuentes fueron la fiebre, la anorexia y la pérdida de peso. La insuficiencia cardiaca y el embolismo pulmonar fueron complicaciones frecuentes. La mayoría de los pacientes tuvo una eritrosedimentación acelerada, y la cuarta parte de los casos presentaron hemocultivos negativos. Las válvulas aórtica y mitral resultaron las más afectadas, y el curso clínico que predominó fue el subagudo. En casi la mitad de los pacientes la infección tuvo un origen nosocomial. Los antimicrobianos más utilizados fueron la amikacina, la vancomicina y la ceftriaxona. Conclusiones: la endocarditis infecciosa es poco frecuente en nuestra institución, ocurre más a menudo en relación con las cardiopatías congénitas. Los hechos clínicos más constantes fueron la fiebre y el antecedente de cardiopatía previa.Objective: to study the clinical, epidemiological and microbiological characteristics as

  17. INTERFERENCIA DE LA VACUNACIÓN SIMULTÁNEA CONTRA METAPNEUMOVIRUS AVIAR, BRONQUITIS INFECCIOSA Y ENFERMEDAD DE NEWCASTLE EN POLLOS DE CARNE.

    OpenAIRE

    Palomino T., Víctor; Laboratorio de Patología Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Icochea D., E.; Laboratorio de Patología Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Guzmán G., John; Laboratorio de Patología Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Sam T., Rosa; Laboratorio de Patología Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima; Manchego S., Alberto; Laboratorio de Patología Aviar, Facultad de Medicina Veterinaria, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima

    2011-01-01

    El estudio evaluó la interferencia en la protección contra la enfermedad de Newcastle (ENC) ocasionada por la vacunación contra Metapneumovirus (aMPV) en un programa de vacunación simultánea al primer día de edad contra ENC y Bonquitis Infecciosa (BI) en pollos de carne. Se usaron 400 pollos de carne Cobb-Vantress 500 divididos en cuatro grupos. El grupo I vacunado al primer día contra BI (H120), ENC (VG/GA) y aMPV (11/94) y revacunado al día 9 contra ENC (VG/GA). El Grupo II vacunado al prim...

  18. Apuntes sobre la fisiopatología, etiología, diagnóstico, tratamiento y profilaxis de la endocarditis infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hiram Tápanes Daumy

    Full Text Available La endocarditis infecciosa es una afección de difícil diagnóstico en Cardiología, con características clínicas muy variadas y una epidemiología cambiante en los últimos años. En la presente revisión se tratan aspectos novedosos sobre su clasificación, etiología y fisiopatología; además, se presentan las herramientas fundamentales para su diagnóstico, punto de partida para su tratamiento médico basado primordialmente en la terapia antimicrobiana, así como los criterios quirúrgicos y la conducta actual en la profilaxis antimicrobiana de esta compleja entidad.

  19. Autómata Celular Estocástico paralelizado por GPU aplicado a la simulación de enfermedades infecciosas en grandes poblaciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ruiz-Castilla

    2012-10-01

    Full Text Available Un gran número de áreas de la ciencia están siendo beneficiadas por la reducción de tiempo de cómputo gracias al uso de las Unidades Gráficas de Proceso (GPU. En el caso de la Epidemiología, tales unidades agilizan la simulación de escenarios con poblaciones grandes, escenarios en los que el tiempo de procesamiento es muy significativo. El presente artículo introduce la simulación de eventos epidemiológicos basado en un modelo de Autó­matas Celulares Estocásticos (AC, el cual ofrece la implementación de las características principales de una enfermedad infecciosa a gran escala: contacto, vecindario, trayectorias y transmisibilidad. Un caso de estudio es simulado en una implementación del algoritmo AC para una enfermedad infecciosa de tipo SEIRS (Susceptible, Expuesto, Infectado, Recu­perado y Susceptible. Una población de 1 000 000 de individuos es paralelizada a través de un algoritmo de balanceo de procesos implementado en el lenguaje de programación C-CUDA. El resultado dado por el software paralelizado por GPU es comparado contra un análisis hecho del modelo paralelizado por multi-hilos CPU. Los resultados demuestran que el tiempo de cómputo puede ser reducido significativamente gracias al uso de C-CUDA.

  20. Imunidade para Hepatite B entre Trabalhadores de um Hospital de Referência em Doenças Infectocontagiosas, vítimas de acidente com material biológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Priscila Moraes dos Santos Machado

    2017-02-01

    Full Text Available Introdução: O Ministério da Saúde define Acidente de Trabalho com Exposição a Material Biológico, aquele envolvendo sangue e outros fluidos orgânicos ocorridos com os trabalhadores durante o desenvolvimento de suas atividades laborais. O risco de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV pós-exposição ocupacional percutânea é de aproximadamente 0,3%, pelo vírus da hepatite C (HCV é de 1,8% a 10% e pelo vírus da hepatite B (HBV pode atingir até 40%. Objetivo: descrever o perfil epidemiológico situação vacinal e a imunidade para hepatite B dos profissionais da área da saúde que sofreram acidentes com exposição a material biológico no período de janeiro de 2006 a junho de 2015, evidenciando a realidade de um hospital público de alta complexidade e referência em doenças infectocontagiosas do Centro-Oeste. Métodos: Trata-se de um estudo epidemiológico retrospectivo, descritivo, com abordagem quantitativa. Resultados: Este estudo constatou que, entre os profissionais da área da saúde expostos a material biológico a maioria era da equipe de enfermagem e do sexo feminino. Houve mais casos por exposição percutânea, por agulha com lúmen envolvendo sangue. Verificou-se que 76,9% eram vacinados e 57% possuíam anti-HBs maior ou igual a 10UI/L. Conclusão: o estudo permitiu conhecer o perfil epidemiológico dos trabalhadores acidentados; os resultados mostraram indicadores importantes sobre exposição ocupacional a material biológico e o potencial risco de soroconversões para hepatite B.

  1. Estudio PET/TC en patología inflamatoria-infecciosa PET/CT in infectious and inflammatory pathology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia Carrera

    2012-06-01

    Full Text Available Objetivo. Demostrar la utilidad del examen PET/TC en patología inflamatoria-infecciosa. Materiales y Métodos. Evaluación retrospectiva (enero de 2009 - mayo de 2011 de los exámenes de tomografía por Emisión de Positrones/ Tomografía Computada (PET/TC, realizados en nuestra institución con un equipo híbrido SIEMENS-BIOGRAPH 16 (Siemens, Erlangen, Alemania. Se seleccionaron 5 pacientes. Resultados. Caso 1: paciente de 68 años de edad con fiebre de 6 meses de duración, fatiga y pérdida de peso. El examen reumatológico demostró disminución en pulsos radiales sin otros síntomas asociados. La paciente fue sometida a biopsia de arteria temporal. Ésta confirmó una arteritis de la arteria temporal y el estudio PET/TC demostró hipermetabolismo en la aorta torácica y ramas principales. Caso 2: paciente de 85 años con fiebre de origen desconocido (FOD y sospecha de osteomielitis de cadera. En contraposición, el PET/TC demostró un foco ávido de celulitis glútea y neumopatía. Caso 3: paciente de 35 años con fiebre vespertina. El PET/TC mostró múltiples adenomegalias ávidas por fluorodexosiglucosa (FDG en mediastino, axilas y retroperitoneo, y compromiso difuso esplénico asociado a calcificaciones. Se confirmó infección por citomegalovirus por inmuno-globulina G y M. Caso 4: paciente de 39 años con infección por HIV que consultó por hipercalcemia. El PET/TC mostró implantes de silicona en glúteos con proceso inflamatorio ávido asociado. Se confirmó por la biopsia de uno de ellos. Caso 5: paciente de 45 años con historia de cáncer de mama en control presentó en los últimos estudios tomográficos aumento del tamaño de los ganglios supraclaviculares y mediastínicos, y compromiso esplénico multifocal difuso. Estos resultaron ávidos en el examen PET/TC. Se confirmó el diagnóstico de sarcoidosis por el estudio anatomopatológico de un ganglio supraclavicular. Conclusiones. El PET/TC es un método no invasivo de

  2. Outbreak of autochthonous canine visceral leishmaniasis in Santa Catarina, Brazil Surto autóctone de leishmaniose visceral canina no Estado de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Steindel

    2013-04-01

    Full Text Available The present study reports the first outbreak of autochthonous canine visceral leishmaniasis in Florianópolis, Santa Catarina, southern Brazil. Following the report of two cases of CVL, the Control Center of Zoonotic Diseases conducted a serological survey by ELISA and IFAT assays in seven districts of the Santa Catarina Island. Eleven seropositive dogs of autochthonous transmission were used in the present study. Infection by Leishmania sp. was confirmed by parasitological examination of bone marrow, liver, spleen and lymph nodes, culture in Schneider's medium and PCR. Leishmania sp. isolates were characterized by PCR-RFLP and hybridization with specific probes, allowing for the identification of Leishmania infantum. Autochthonous transmission of this disease in an area with high tourist traffic presents a major public health concern and signifies the emergence of an important zoonosis in southern Brazil. Therefore, the implementation of surveillance and control measures is imperative to prevent the spread of the disease among the canine population as well as transmission to the human population.O presente estudo relata o primeiro surto autóctone de leishmaniose visceral canina (LCV em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Durante levantamento soro-epidemiológico realizado pelo Centro de Controle de Doenças Zoonóticas (CCZ envolvendo 2.124 cães, 29 (1,37% foram soropositivos para VL (ELISA + RIFI. Onze cães positivos por transmissão autóctone foram utilizados no presente estudo. A confirmação da infecção por Leishmania sp. foi realizada pelo exame parasitológico da medula óssea, fígado, baço e linfonodos, cultura em meio Schneider e PCR. Os isolados de Leishmania sp. foram caracterizados por PCR-RFLP e hibridação com sondas específicas, permitindo a identificação de Leishmania infantum. A transmissão autóctone da LCV em uma área com grande fluxo turístico como Florianópolis representa um preocupante risco à saúde p

  3. Aspectos epidemiológicos sobre mordeduras caninas durante el año 2011 en la ciudad de Temuco, Chile.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldo Armstrong,

    2016-03-01

    Full Text Available Los accidentes causados por mordeduras de perros y gatos son un problema de salud pública y concretamente las mordeduras de perro constituyen el riesgo más grave que estos animales suponen para la salud de las personas. A los costes económicos derivados del tratamiento de las lesiones físicas debemos añadir las secuelas psicológicas que muchas veces aparecen tras las agresiones. La prevención es el único camino para resolver este problema y puede efectuarse mejor cuando se conocen los diversos factores involucrados en la génesis de este tipo de accidentedebido a lo anterior el objetivo del estudio fue describir las características epidemiológicas asociadas a las personas mordidas por perros. La metodología utilizada para la recolección de datos fue la aplicación de una encuesta a 9 centros asistenciales de la ciudad de Temuco. Se solicitó información sobre pacientes atendidos por mordeduras caninas durante el año 2011 y los datos recolectados se ingresaron en una planilla de cálculos. Los resultados indican que niños y adultos presentan 52% de las mordeduras durante el año. Los hombres presentan una mayor incidencia con un 47% a diferencia de las mujeres con un 44%. Con respecto a la región corporal afectada los miembros superiores alcanzan un 25% de frecuencia ante el ataque y los miembros inferiores un 31.3%. Por otra parte, las mordeduras por perros presentaron una marcada estacionalidad en los meses de verano con un 30% de casos. Se concluye que las mordeduras caninas son un problema frecuente y de real importancia en el ámbito de salud pública, generando en la población secuelas físicas y psicológicas por las lesiones generadas durante el ataque.

  4. Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Hepatitis B vaccination use and risk behaviors among users of illicit drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Santos Attilio

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a cobertura vacinal contra a hepatite B e os comportamentos de risco entre usuários de drogas ilícidas (UDI em Dourados-MS. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva de corte transversal realizada mediante aplicação de questionário em 49 usuários atendidos pelos centros de recuperação e programas de apoio desse Município. RESULTADOS: Identificou-se predomínio de homens jovens que utilizavam drogas não injetáveis. A história de prisão, e de hepatite na família, tatuagens, múltiplos parceiros sexuais e realização de todas as formas de relação sexual, foram os fatores de risco mais frequentes. CONCLUSÃO: Estes fatores combinados com a baixa cobertura vacinal e a falta de término do esquema confirmam a vulnerabilidade do grupo em adquirir a hepatite B.OBJETIVO: Identificar la cobertura de vacunas contra la hepatitis B y los comportamientos de riesgo entre usuarios de drogas ilícidas (UDI en Dourados-MS. MÉTODOS: Se trata de una investigación de campo, descriptiva de corte transversal realizada mediante la aplicación de un cuestionario a 49 usuarios atendidos por los centros de recuperación y programas de apoyo de ese Municipio. RESULTADOS: Se identificó predominio de hombres jóvenes que utilizaban drogas no inyectables. La historia de prisión, y de hepatitis en la familia, tatuajes, parejas sexuales múltiples y realización de todas las formas de relación sexual, fueron los factores de riesgo más frecuentes. CONCLUSIÓN: Estos factores sumados a la baja cobertura de vacunas y la falta de término del esquema confirman la vulnerabilidad del grupo para adquirir la hepatitis B.OBJECTIVE: To identify hepatitis B vaccine use and risk behaviors among users of illicit drugs (IDU in Dourados (Mato Grosso do Sul, Brasil. METHODS: A descriptive cross-sectional field study was conducted by questionnaire with 49 users of illicit drugs who were receiving assistance through rehabilitation

  5. Prevalence of HBV-genotypes in immigrants affected by HBV-related chronic active hepatitis Prevalência dos genótipos do vírus da hepatite B em imigrantes na Itália com hepatite crônica ativa pelo vírus B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Palumbo

    2007-03-01

    Full Text Available BACKGROUND: The genetic heterogeneity of the HBV genome has been established and eight genotypes can be classified according to the criterion of >8% differences in the complete nucleotide sequence of the viral genome. AIMS: To evaluate the prevalence of HBV-infection in a population of immigrants and to determine in patients with detectable serum HBV-DNA the HBV-genotypes. METHODS: Between January 2005 and December 2005 a total of 556 immigrants were tested for HBsAg. In HBsAg positive patients the biochemical and virological activity of infection and the possible presence of co-infections (HCV, HDV, HIV were evaluated. In patients with detectable serum HBV DNA, the HBV-genotype was determined by INNOLiPA. RESULTS: Among the 556 subjects tested, 60 (10.7% resulted HBsAg positive. All were men, and 42 (70% come from Africa, 10 (16.6% from Asia and 9 (14.4% from East-Europe. 28/60 (46.6% patients presented normal ALT levels (RACIONAL: A heterogeneidade do genoma do vírus da hepatite B (VHB foi estabelecida e oito genótipos podem ser classificados de acordo com o critério de diferenças de percentagem maior ou igual a 8 na seqüência completa do nucleotídeo do genoma vira!. OBJETIVOS: Verificar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB em uma população de imigrantes na Itália e determinar os genótipos do VHB em pacientes com níveis séricos detectáveis do VHB-DNA. MÉTODOS: Entre janeiro e dezembro de 2005, o total de 556 imigrantes foram testados para o HbsAg. Se positivos, a atividade bioquímica e viral da infecção e a possível presença de co-infecções (HVC, HVD e HIV foram examinadas. Nos pacientes positivos para o VHB-DNA, o genótipo do VHB foi determinado pelo método INNOLiPA. RESULTADOS: Entre os 556 pacientes, 60 (10,7% tinham HbsAg positivo. Todos eram do sexo masculino e 42 (70%, provenientes da África, 10 (16,6% da Ásia e 9 (14,4% do Leste Europeu. 28/60 (46,6% apresentaram níveis de ALT normais

  6. Frequência de dermatopatias infecciosas, parasitárias e neoplásicas em cães na região de Garça, São Paulo - Brasil

    OpenAIRE

    Pena, Silvio Barbosa [UNESP

    2007-01-01

    A distribuição das dermatoses na população canina deve ser considerada um tema fundamental no ensino e na prática da medicina veterinária. Existem poucos dados sobre a demografia dos distúrbios cutâneos caninos tanto na medicina veterinária no Brasil como em outros países. No presente estudo, foram revistos 2.178 prontuários de animais atendidos no Hospital de Pequenos Animais da Faculdade de Medicina Veterinária (FAMED), em Garça-SP. Dentre esses prontuários, foram selecionados os de 910 ani...

  7. Influência da vitamina D associada ao interferon alfa-peguilado e ribavirina na resposta virológica sustentada na hepatite C crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Vitelo ANDRIGHETTO

    2016-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da vitamina D no tratamento de hepatite C com interferon-alfa peguilado e ribavirina. Foram utilizados artigos científicos relevantes publicados entre os anos de 2000 e 2015. Em diversos estudos foi observado que níveis mais elevados de vitamina D estavam associados à rápida resposta ao tratamento e à maior taxa de RVS, sugerindo que a deficiência de vitamina D pode estar ligada a uma falta de resposta ao tratamento antiviral. A influência do polimorfismo do gene IL28B em associação com a vitamina D também foi avaliada. Os estudos levaram à conclusão que a vitamina D e o polimorfismo do gene IL28B são indicadores que agem de forma independente para o alcance da RVS. Quando avaliados, a suplementação de vitamina D levou à maior taxa de RVS em pacientes que receberam suplementação, comparados com os pacientes que só utilizaram a terapia convencional, demonstrando que a vitamina D pode ter um impacto positivo na eficácia do tratamento tanto em pacientes com genótipo de difícil resposta como nos genótipos de melhor prognóstico. Entretanto, os mecanismos de ação pelos quais a vitamina D e seus metabólitos aumentam a eficácia da terapia anti HCV e a RVS ainda não estão completamente claros. A alta prevalência de deficiência de vitamina D associada à baixa resposta ao tratamento e à alta RVS em pacientes que apresentam níveis séricos mais elevados de vitamina D mostram que a vitamina D é um indicador independente fortemente associado à RVS.

  8. Infecções pelos vírus das hepatites B e C e o carcinoma hepatocelular na Amazônia oriental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Esther Castello Branco Mello Miranda

    2004-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de contribuir para um melhor conhecimento do envolvimento das infecções pelos vírus das hepatites B e C, na etioepidemiologia do CHC na Amazônia Oriental, estudou-se 36 pacientes em Belém-PA. Foram avaliados marcadores sorológicos e a pesquisa do HBV-DNA e HCV-RNA pela reação em cadeia da polimerase. Observou-se etilismo em 33,3% e cirrose em 83,3%. Marcadores sorológicos das infecções pelo HBV e HCV foram encontrados respectivamente em 88,9% e 8,3%. O HBsAg foi encontrado em 58,3%; anti-HBc em 86%; anti-HBe em 85,7; HBeAg em 9,5%; anti-HBc IgM em 57,1%. O HBV-DNA foi detectado em 37,7% e em 65% dos HBsAg positivos; o HCV-RNA em 8,5% e em 100% dos anti-HCV positivos. AFP esteve alterada em 88,9% e acima de 400ng/ml em 75% dos casos. Conclui-se que a infecção pelo HBV parece ter importância na etiologia do CHC e ressalta-se a importância de implementar programas de vacinação e detecção precoce do tumor.

  9. Rastreamento sorológico para hepatite B em profissionais de saúde na cidade de Goiânia - Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli S. Pereira de Azevedo

    1994-09-01

    Full Text Available Pesquisou-se marcadores para o vírus da hepatite B em profissionais de saúde, ligados a três instituições na cidade de Goiânia-Goiás. A prevalência da infecção virai encontrada foi de 23,4% em relação aos diferentes marcadores (AgHBs, anti-HBs e anti-HBc. Entre os indivíduos positivos, 2,3% eram portadores do vírus e 21,1% demonstraram infecção prévia. Destes, 9,8% apresentaram como marcador, apenas o anti- HBs e 32,6% o anti-HBc. Dezenove indivíduos relataram vacinação ao vírus, sendo que 8 soroconverteram para o anti-HBs e 6 apresentaram também o anti-HBc, e os demais não apresentaram qualquer marcador virai. A maior prevalência foi a partir dos 30 anos de idade (p< 0,05. O sexo masculino mostrou percentual superior ao feminino, 29,5% e 21,1% respectivamente (p< 0,05. Quando considerada a prevalência virai em relação a contatos com sangue e/ou pacientes, o percentual de positividade para contactantesfoi 25,9% (p < 0,05, e a maior prevalência do vírus ocorreu a partir de 10 anos de trabalho (p < 0,05. A hemodiálise mostrou-se como setor de maior risco cujo percentual foi de 77,0% (p<0,05.

  10. Soroprevalência das infecções pelos vírus das hepatites A e B em Macaé, Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gaze Rosangela

    2002-01-01

    Full Text Available As soroprevalências do anti-HAV e anti-HBc totais em dois grupos sócio-econômicos de Macaé, Rio de Janeiro, Brasil, foram estimadas em 1.100 alíquotas excedentes de soro de laboratório de análises clínicas, identificadas por sexo, idade, residência e segundo categoria da assistência médica: Sistema Único de Saúde (SUS e serviços privados (NSUS. Apresentam-se as soroprevalências por faixa etária e os intervalos de confiança de 95%, testando-se a significância das diferenças entre o SUS e NSUS. A distribuição das soroprevalências (P do anti-HAV (P = 88,8%; IC 95%: 86,8-90,6 e do anti-HBc (P = 15,3%; IC 95%: 13,2-17,6 evidenciou curva etária ascendente. A prevalência no SUS mostrou-se significativamente maior que no NSUS, para o VHA (chi2 = 31,15; p 20 anos suscetíveis lembra a necessidade de vacinação contra a hepatite A e a possibilidade de aumento da ocorrência de casos graves da doença. A alta prevalência do VHB entre os adolescentes sugere reflexões sobre a importância da vacinação destes grupos. Estes resultados servem de alerta aos profissionais da saúde quanto à observância de normas de biossegurança.

  11. Vacinação contra hepatite B e exposição ocupacional no setor saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados à vacinação contra hepatite B em trabalhadores da saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com 1.808 trabalhadores da saúde do setor público de Belo Horizonte, MG, em 2009. Questionário autoadministrado foi usado e a situação vacinal foi analisada considerando características sociodemográficas, estilo de vida, características e condições de trabalho. Análises estatísticas univariada (p < 0,20 e múltipla foram realizadas utilizando regressão de Poisson (p < 0,05 para avaliação de fatores associados à vacinação. RESULTADOS: Declararam ter sido vacinados 85,6% dos trabalhadores, 74,9% dos quais receberam esquema completo da vacina. Não ter sido vacinado associou-se a não ter companheiro, a escolaridade em nível médio/técnico ou superior incompleto e a características do trabalho, como atuar na vigilância ou setor administrativo/serviços gerais e não utilizar equipamentos de proteção individual. CONCLUSÕES: Foram identificados grupos com menor cobertura vacinal. São necessários esforços para garantir o acesso e a adesão à vacinação a todos os grupos ocupacionais.

  12. Vacinação contra hepatite B e fatores associados entre cirurgiões-dentistas Hepatitis B vaccination and associated factors among dentists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Conceição Ferreira

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimou-se a prevalência e investigaram-se os fatores associados à vacinação contra hepatite B e os motivos para não vacinação entre cirurgiões-dentistas. MÉTODOS: Os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado autoaplicável. Participaram cirurgiões-dentistas inscritos no Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais, subseção Montes Claros, que residiam e trabalhavam em clínicas odontológicas ou consultórios, com ou sem vínculo empregatício, no serviço privado ou público, em Montes Claros, MG. As variáveis associadas à vacinação contra hepatite B foram investigadas por meio de regressão logística não condicional. RESULTADOS: Foram identificados 333 trabalhadores elegíveis, 297 (89,2% participaram e 283 responderam à questão sobre vacinação; destes, 258 (91,2% realizaram o esquema vacinal de três doses e 25 (8,8% não vacinaram ou não completaram o esquema vacinal, relatando como principal motivo a falta de informação (48%. As variáveis associadas com relato de vacinação, após ajuste para todas as outras, foram: consumo de tabaco (OR = 2,50; IC95% = 1,22-7,13, consumo de bebidas alcoólicas (OR = 2,99; IC95% = 1,16-7,74, satisfação com a profissão (OR = 4,62; IC95% = 1,50-8,25 e conhecimento sobre protocolo pós-exposição ocupacional (OR = 4,28; IC95% = 1,63-9,26. CONCLUSÕES: Verificou-se alta prevalência de vacinação completa, sendo maior entre os não fumantes, os que não consumiam bebidas alcoólicas, os mais satisfeitos com a profissão e os que conheciam um protocolo pós-exposição ocupacional. O estudo sugere que os comportamentos negligentes com a própria saúde se repetem. Há necessidade de campanhas educativas sobre a transmissão da hepatite B, contribuindo para o controle e erradicação dessa grave infecção.OBJECTIVE: We calculated the prevalence and studied the factors associated with hepatitis B vaccination. Reasons for non-vaccination among

  13. Biogeochemical characteristics of Rosa canina grown in hydrothermally contaminated soils of the Gümüşhane Province, Northeast Turkey.

    Science.gov (United States)

    Vural, Alaaddin

    2015-08-01

    Kırkpavli alteration area (Gümüşhane, Northeast Turkey) is contaminated by heavy metals such as Cd, Pb, As, Cu and Zn. The quantity of accumulation of heavy metal trace elements and macroelements in 32 leaves of Rosa canina of the Kırkpavli alteration area has been studied within the scope of geochemical studies. Element contents of samples were assessed using various parameters including descriptive statistics, factor analysis, correlation coefficients and bioaccumulation factor. Concentrations were detected in the acceptable range for Mo, Cu, Pb, Ni, As, Cd, Sb, P, Ti, Na, Se and Sn. Concentrations of Co, Mn, Ba and Hg were detected close to the acceptable values, whereas Zn, Fe, Sr, V, Ca, Cr, Mg, B, Al, K, W, Sc, Cs and Rb concentrations were detected above the acceptable values. Principal component analysis was used to identify the elements that have a close relationship with each other and/or similar origins. It has been concluded that Zn, Cu, As and Mo content of the plant were related to hydrothermal alteration process and they behaved together, whereas Mn and Fe were especially products of weathering conditions, also behaved together. In terms of macroelements, Ca, Mg and Na had similar behaviour, while P and K had the same correlation.

  14. Importancia y propiedades físico química de la Rosa mosqueta (R. canina, R. rubiginosa: una revisión

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. Espinoza

    2016-01-01

    Full Text Available Los consumidores cada día exigen productos en sus dietas que no solo aporten los nutrientes requeridos para una vida sana, sino que además son de preferencia aquellos que puedan complementar con propiedades benéficas para la salud. En las últimas décadas se ha reconocido a la Rosa mosqueta, la Rosa canina y a la Rosa rubiginosa, como frutos que contienen muchas propiedades nutracéuticas. El presente trabajo hace una revisión de los artículos de investigación realizados a la Rosa mosqueta desde un punto de vista de su importancia de su consumo y sus beneficios para la salud; describiendo las características químicas, físicas y bioquímicas tales como el contenido de componentes fenólicos, ácidos grasos, ácido linoleico, minerales; y de otros compuestos importantes también desde el punto de vista industrial, tales como el contenido de antioxidantes, pigmentos, entre otros. De acuerdo a los antecedentes recopilados, la Rosa mosqueta es una fuente de micronutrientes incluyendo la vitamina c y el licopeno, entregando además un buen aporte nutricional; por lo anterior debe ser considerado como un alimento funcional. Aun siendo una especie que crece en estado salvaje, sobre suelos forestales; siendo un frutal menor y una planta medicinal su importancia en el consumo masivo debe ser considerada.

  15. Effects of Fruit of Rosa Canina L.Extract on the Level of Plasma Glucose in Male Diabet-Induced Rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A Mohammad Eini

    2016-03-01

    Full Text Available Introduction: Diabetes mellitus is one of the most prevalent chronic and complex metabolic diseases of human , which hyperglycemia can be mentioned as its prominent characteristic. Therefore, this study aimed to evaluate the hypoglycemic effects of fruit of Rosa canina (R.c. extract in healthy and diabetic rats. Method: A total of 72 Wistar male rats were divided into six group: control,  STZ (diabetic control,  R.c. control (50 mg/kg, R.c. control (100 mg/kg and two experimental groups with 50, and 100 mg/kg of extract dose. Diabetes was induced using streptozotocine (60 mg/kg; IP, and blood collection was carried out on 0, 2 and 4 hours after the oral administration of the extracts. Results: The levels of plasma glucose were determined by spectrophotometric method. In order to statistically analyze the study data, ANOVA test was performed. There was a significant difference between groups concerning the plasma glucose concentration (P<0.0001, which the lowest concentration between diabetes groups was observed in the two experimental groups. Moreover, R.c. had a marked hypoglycemic effect on diabetes mellitus. Conclusion: R.c. extract in hyperglycemic status demands to be further studied in order to control and prevent its complications.

  16. To be or not to be the odd one out - Allele-specific transcription in pentaploid dogroses (Rosa L. sect. Caninae (DC. Ser

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Theißen Günter

    2011-02-01

    Full Text Available Abstract Background Multiple hybridization events gave rise to pentaploid dogroses which can reproduce sexually despite their uneven ploidy level by the unique canina meiosis. Two homologous chromosome sets are involved in bivalent formation and are transmitted by the haploid pollen grains and the tetraploid egg cells. In addition the egg cells contain three sets of univalent chromosomes which are excluded from recombination. In this study we investigated whether differential behavior of chromosomes as bivalents or univalents is reflected by sequence divergence or transcription intensity between homeologous alleles of two single copy genes (LEAFY, cGAPDH and one ribosomal DNA locus (nrITS. Results We detected a maximum number of four different alleles of all investigated loci in pentaploid dogroses and identified the respective allele with two copies, which is presumably located on bivalent forming chromosomes. For the alleles of the ribosomal DNA locus and cGAPDH only slight, if any, differential transcription was determined, whereas the LEAFY alleles with one copy were found to be significantly stronger expressed than the LEAFY allele with two copies. Moreover, we found for the three marker genes that all alleles have been under similar regimes of purifying selection. Conclusions Analyses of both molecular sequence evolution and expression patterns did not support the hypothesis that unique alleles probably located on non-recombining chromosomes are less functional than duplicate alleles presumably located on recombining chromosomes.

  17. Canine hypertrophic osteopathy associated with extra-thoracic lesions Osteopatia hipertrófica canina associada com lesões extratorácicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selwyn Arlington Headley

    2005-08-01

    Full Text Available Canine hypertrophic osteopathy is described in a dog that presented extra-thoracic lesions, mainly in the liver. Hepatic lesions were characterized by necrosis, hemorrhage, severe hydropic degeneration of centrolobular hepatocytes, proliferation of epithelial cells of bile ducts, and mild biliary stasis. The disease syndrome was diagnosed based on clinical signs, radiological evaluation, and inspection of macerated bones.Osteopatia hipertrófica canina é descrita em um cão que apresentou lesões extratorácicas, principalmente no fígado. As alterações hepáticas foram caracterizadas por necrose, hemorragia, degeneração hepatocelular severa, proliferação das células epiteliais dos ductos biliares e estase biliar. O diagnóstico desta síndrome foi baseado nos sinais clínicos, a avaliação radiológica e a inspeção dos ossos macerados.

  18. Hepatitis B among female sex workers in Ribeirão Preto - São Paulo, Brazil Hepatite B entre mulheres profissionais do sexo em Ribeirão Preto - São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afonso Dinis Costa Passos

    2007-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To estimate the prevalence of hepatitis B markers and to study the risk factors for this disease among female sex workers in the city of Ribeirão Preto, Brazil. METHODS: A questionnaire was given to 449 female sex workers in order to obtain information about demographic, socioeconomic and behavioral variables. Blood samples were collected and analyzed by immunoenzymatic techniques for detection of HBsAg, anti-HBs, anti-HBc and anti-HCV markers. RESULTS: The mean age of participants was 23 years, varying from 13 to 64 years. A high spatial mobility was observed, with 47.9% of participants residing in places out of the region of Ribeirão Preto or in other Brazilian states. Complete absence of previous vaccine against hepatitis B was referred by 98.2%. Overall, the presence of any hepatitis B marker was observed in 106 participants (prevalence of 23.6%; 95% CI: 19.7 27.5, with 84 positive for anti-HBs (18.7%, 100 for anti-HBc (22.3%, and only 3 for HBsAg (0.7%. The logistic regression analysis showed association between hepatitis B markers and the following co-variables: residence in Ribeirão Preto, age, low socioeconomic level, consumption of crack, intercourse with HIV-infected individuals, history of previous hepatitis, intercourse with a case of hepatitis, and positivity for hepatitis C. CONCLUSIONS: Ribeirão Preto's female sex workers present several risk factors for hepatitis B and almost absence of previous specific vaccination, making it necessary to emphasize this low-cost preventive measure, preferably through the use of a mobile team, taking the vaccine to their places of work.OBJETIVOS: Estimar a prevalência de marcadores de hepatite B e estudar os fatores de risco para esta doença entre mulheres profissionais do sexo na cidade de Ribeirão Preto, Brasil. MÉTODOS: Foi aplicado um questionário a 449 mulheres profissionais do sexo, com a finalidade de levantar informações demográficas, socioeconômicas e

  19. Caracterização e modelo logístico na descrição da hepatite B ou C entre os doadores do Hemocentro Regional de Maringá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Cizuka Toyama Udo

    1999-05-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma aplicação dos métodos estatísticos-medidas de associação e regressão logística para variáveis categorizadas de um estudo comparativo cujo objetivo é identificar fatores de risco para a condição de hepatite B ou C, buscando sanar as deficiências e as distorções no processo de triagem clínica dos candidatos a doadores de sangue do Hemocentro Regional de Maringá, no período de 1993 a 1996. Pela regressão logística, os fatores de risco detectados foram possuir mais de três parceiros sexuais e ter tido parceiros desconhecidos, homossexual ou prostituta. Apesar de o modelo ser significativo, é restrito no que se refere à previsão, uma vez que, pelo critério de classificação, o percentual de acertos entre os doadores com pelo menos uma sorologia positiva de hepatite é baixa. Observa-se que a entrevista médica na triagem clínica trouxe uma contribuição significativa na identificação de inaptidão.

  20. Hepatite de Lábrea em Salvador, BA?: (Apresentação de um possível caso Labrea hepatitis in Salvador, BA?: (Report of a possible case

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zilton A. Andrade

    1983-12-01

    Full Text Available Um menino de quatro anos de idade, natural e residente em Salvador, Bahia, apresentou uma doença febril, de curso rápido com febre, icterícia, dores abdominais, agitação psicomotora, coma e morte no 7º dia do internamento. Histologicamente o fígado exibiu extensa necrose lítica e de coagulação dos hepatócitos, além de degeneração gordurosa aguda ("células em mórula", infiltração mononuclear e colestase, um quadro considerado tipico da hepatite de Lábrea. A existência de tal caso levanta o problema da ocorrência de hepatite de Lábrea fora da Região Amazônica ou aquele de falta de especificidade do quadro histopatológico considerado como típico da referida condição.A case of a four-year-old boy from Salvador, Bahia, Brazil, with a probable Labrea hepatitis is reported. He ran a rapid course of fever, jaundice, abdominal pain, agitation, coma and death. Histologically, the liver presented widespread hepatic cell lytic and coagulative necrosis, acute fatty changes, mononuclear cell infiltration and cholestasis. The study of the case raises the question whether Lábrea hepatitis can occur outside the Amazonian region, or else its clinico-pathological features lack specificity.

  1. Análise do perfil sociodemográfico de notificados para hepatite B e imunização contra a doença Sociodemographic analysis of reported hepatitis B and immunization against the disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Matos Gusmão

    2017-07-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar o perfil sociodemográfico dos notificados para hepatite B e a imunização contra a doença. Métodos: Estudo com dados de notificação de hepatite B na vigilância epidemiológica de município de Minas Gerais, entre 2007 a 2015, conduzido no Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde. Estatística descritiva e analítica, com nível de significância p0,05. Conclusão: Idade, escolaridade e sexo não foram associados à imunização, no esquema vacinal e no teste HSBsAg. A ausência de vacinação entre os notificados sugere necessidade de educação em saúde junto à população, orientando-na sobre possibilidade de proteção pela imunização.

  2. Hepatitis B: epidemiological, immunological, and serological considerations emphasizing mutation Hepatite B: considerações epidemiológicas, imunológicas e sorológicas com ênfase em mutação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo El Khouri

    2004-01-01

    Full Text Available The global prevalence of hepatitis B virus is estimated to be 350 million chronic carriers, varying widely from low (8% as in Africa, Southeast Asia, and China. The overall prevalence in Brazil is about 8%. There are currently 7 genotypic variations, from A to G, and also 4 main surface antigen subtypes: adw, ayw, adr, and ayr. There has been great interest in identifying the geographic distribution and prognosis associated with the various genotypes and subtypes. Although the serologic test is highly sensitive and specific, it does not detect cases of mutant hepatitis B, which is increasingly common worldwide due to resistance and vaccine escape, antiviral therapy, and immunosuppression, among other causes. Alterations in surface, polymerase, X region, core, and precore genes have been described. The main mutations occur in surface and in core/precore genes, also known as occult hepatitis, since its serologic markers of active infection (HBsAg and viral replication (HBeAg can be negative. Thus, mutation should be suspected when serologic tests to hepatitis B show control of immunity or replication coincident with worsened clinical status and exclusion of other causes of hepatitis.A prevalência mundial do vírus da Hepatite B é estimada em cerca 350 milhões de infectados cronicamente, tendo distribuição bastante variada com prevalências baixas desde inferiores a dois por cento, como Europa Ocidental, América do Norte, Nova Zelândia, Austrália e Japão - até altas, superiores a oito por cento como encontradas na África, Sudeste Asiático e China. No Brasil, a prevalência média é em torno de 8%. São descritos atualmente sete variações genotípicas do HBV, nomeadas de A a G, e quatro subtipos principais de antígenos de superfície: "adw", "ayw", "adr "e "ayr", existindo um grande interesse em identificar quais os subtipos e genotipos mais prevalentes a fim de correlacioná-los com manifestações clínicas e distribuição geogr

  3. Correlação clínico-laboratorial de úlceras infecciosas de córnea Correlation between clinical and laboratory findings of infectious corneal ulcer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adália Dias Dourado Oliveira

    2002-08-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a resposta terapêutica inicial instituída para úlceras de córneas infecciosas correlacionando-a com os achados laboratoriais. Métodos: Foram estudados prospectivamente 24 casos de úlcera de córneas infecciosas atendidos no Setor de Córnea e Patologia Externa do Hospital do Servidor Público Estadual - São Paulo, no período entre julho de 1997 e novembro de 1999. Acompanhou-se a resposta destes pacientes ao tratamento antibiótico inicial (cefalotina 50 mg/ml e gentamicina 14 mg/ml ou ciprofloxacina 0,3%, verificando-se a necessidade de modificação deste tratamento a partir dos testes microbiológicos pré-tratamento. Resultados: Dezessete culturas (70,83% foram positivas e sete (29,17% negativas. Apenas em três amostras analisadas pelo exame direto e coradas pelo método de Gram, observou-se a presença de algum microrganismo, sendo que em duas (8,33% houve correlação com a cultura. Três pacientes (12,5% apresentaram piora clínica e foram submetidos à mudança da medicação inicialmente instituída de acordo com a cultura e antibiograma. Todos os pacientes (100% cursaram com a cura do processo infeccioso. Conclusão: Pela análise dos resultados, observa-se que o tratamento tópico com antibióticos de amplo espectro ou associação de colírios com antibióticos fortificados foi, na maioria dos casos, eficaz na abordagem terapêutica inicial das ceratites infecciosas.Purpose: To evaluate the initial treatment of infectious corneal ulcers and their laboratory tests. Methods: Twenty four cases of infectious corneal ulcers seen in the External Corneal Disease Section at the Hospital do Servidor Público Estadual - São Paulo - Brazil, underwent Gram staining and culture for bacterial and fungus. Treatment with fortified cefalotine (50 mg/ml and gentamicin (14 mg/ml was started. Results: Seventeen cultures (70.83% were positive for bacterial infection and seven (29.17% showed no growth. In three cases (15

  4. Aspectos epidemiológicos da dirofilariose canina no perímetro urbano de Cuiabá, Mato Grosso: emprego do "Immunoblot" e do teste de Knott modificado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Gorgulho Nogueira Fernandes

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho refere-se a pesquisa dos aspectos epidemiológicos da dirofilariose canina no perímetro urbano de Cuiabá, através de exame de sangue e sorologia. Examinou-se o sangue de 822 cães: em 11,81% das amostras, detectaram-se, por meio de "Immunoblot", anticorpos contra antígenos de Dirofilaria immitis adulto, enquanto em 0,41% foram encontradas, por meio do teste de Knott modificado, microfilárias de D. immitis. A prevalência da dirofilariose canina em Cuiabá, no período de junho a novembro de 1997, e com a metodologia aplicada, foi de 120,8 casos em cada 1.000 animais. O "Immunoblot" diagnosticou como positivas 11,27% das amostras que estavam consideradas negativas pelo teste de Knott modificado. Os autores analisaram estatisticamente informações sobre raça, sexo, idade e região administrativa de origem dos cães pesquisados. Foi questionada a possibilidade de que os animais pesquisados tivessem viajado a regiões endêmicas, usado microfilaricidas, ou apresentado sintomatologia compatível, bem como estudadas as características ecológicas do local de moradia. Cães com idade variando entre um e nove anos e residentes na região Centro-Oeste apresentaram maior índice de positividade. A maioria não apresentava sintomatologia compatível com a doença, não tinha história clínica do uso de microfilaricidas e/ou preventivos contra dirofilariose canina e nunca havia saído do perímetro urbano de Cuiabá, mas residiam em bairros próximos a rios ou córregos e/ou em casas contíguas a áreas de vegetação nativa. Pela primeira vez, o "Immunoblot" foi empregado no diagnóstico de dirofilariose canina no Brasil.

  5. Leishmaniose visceral canina em Maricá, Estado do Rio de Janeiro: relato do primeiro caso autóctone Canine visceral leishmaniasis in Maricá, State of Rio de Janeiro: first report of an autochthonous case

    OpenAIRE

    Cíntia Cristiane de Paula; Fabiano Borges Figueiredo; Rodrigo Caldas Menezes; Eliame Mouta-Confort; Alessandra Bogio; Maria de Fátima Madeira

    2009-01-01

    Leishmaniose visceral é uma zoonose de importância em Saúde Pública, onde os cães representam um dos maiores problemas. Este trabalho visa relatar o primeiro caso autóctone da leishmaniose visceral canina no município de Maricá, fornecendo elementos relacionados à distribuição geográfica de Leishmania (Leishmania) chagasi no Estado do Rio de Janeiro.Visceral leishmaniasis is a zoonosis of public health importance, and dogs represent one of the main problems. This paper describes the first aut...

  6. Surto de hepatite A em área urbana de Luziânia, Estado de Goiás, 2009 Hepatite A outbreak in an urban area of Luziânia, State of Goiás, Brazil, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia de Cantuária Tauil

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os objetivos desse estudo foram confirmar a existência de um surto de hepatite A, descrever o evento por pessoa, tempo e lugar, formular hipóteses sobre modo de transmissão e propor medidas de prevenção e controle. MÉTODOS: Realizado um estudo descritivo do tipo série de casos e investigação ambiental. RESULTADOS: Ocorreu um surto a partir de março de 2009. Quarenta e uma (71% pessoas recebiam água sem tratamento no seu domicílio. Foram detectados coliformes termotolerantes em 20/58 (34% amostras de água. CONCLUSÕES: A investigação sugere que a hipótese principal para esse surto foi à ingestão de água contaminada.INTRODUCTION: This paper describes the investigation to confirm an outbreak of hepatitis A, presents the case distribution by person, time and place, formulates a hypothesis concerning the mode of transmission and presents the recommended measures for prevention and control. METHODS: A descriptive study of a case series and an environmental research were conducted. RESULTS: An outbreak of hepatitis A was confirmed beginning in March 2009. Forty one (71% individuals in the town received untreated water in their households. Thermotolerant coliform bacteria were detected in 20/58 (34% water samples. CONCLUSIONS: Consumption of contaminated water was the main hypothesis of virus transmission.

  7. Hepatitis B vaccine efficacy in patients with chronic liver disease by hepatitis C virus Eficácia da vacina anti-hepatite B em pacientes com doença hepática crônica pelo vírus da hepatite C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Alves de Mattos

    2004-09-01

    Full Text Available BACKGROUND: Considering the immunosuppression of patients with chronic liver disease, their response to vaccination is discussed in literature. AIMS: To evaluate the response of hepatitis B vaccine in patients with chronic hepatitis C virus infection. METHODS: This is a prospective study in which 85 patients with chronic hepatitis C virus infection (46.8 ± 9.4 years, 44.7% males and 46 healthy adults (36.7 ± 11.1 years; 39.1% males were evaluated. Confirmation of hepatitis C virus was obtained by the technique of polymerase chain reaction. Viral load was determined by the branched DNA method in 74 patients, and genotype was determined by sequencing in 73 patients. All patients and healthy adults received three doses of Engerix B® vaccine IM (at 0, 30 and 180 days. Serological responses to the vaccine were divided into three categories: seroprotection, when anti-HBs was >100 mUI/mL; seroconversion, when anti-HBs was 10-99 mUI/mL, and non-reagent, when anti-HBs was RACIONAL: Considerando a imunossupressão dos pacientes com doença hepática crônica, sua resposta à vacinação é discutida na literatura. OBJETIVOS: Avaliar a resposta à vacina anti-hepatite B em pacientes com hepatite crônica pelo vírus C. MÉTODOS: Estudo prospectivo avaliando 85 pacientes com infecção pelo vírus C (46,8 ± 9,4 anos, 44,7% homens e 46 adultos saudáveis (36,7 ± 11,1 anos, 39,1% homens. Carga viral foi determinada através do b-DNA em 74 pacientes e o genótipo foi determinado por seqüenciamento em 73 pacientes. Todos os pacientes e os adultos saudáveis receberam três doses da vacina Engerix B® IM (aos 0, 30 e 180 dias. Resposta sorológica à vacina foi dividida em três categorias: soroproteção, quando anti-HBs era >"100 mUI/mL; soroconversão, quando anti-HBs era 10-99 mUI/mL e não-reagente, quando anti-HBs era <10 mUI/mL. RESULTADOS: A resposta da vacina anti-hepatite B em 1 mês após a dose 3 foi soroproteção em 37,7%, soroconversão em

  8. Frequência de anticorpos aos agentes etiológicos da síndrome da imunodeficiência adquirida, sífilis, hepatites virais B e C e doença de Chagas em pacientes reumatológicos em tratamento com antifator de necrose tumoral (Tumor Necrosis Factor - TNF Frequency of antibodies against the etiologic agents of acquired imunodeficiency syndrome, syphilis, hepatitis B and C, and Chagas' disease in patients with rheumatic diseases treated with anti-tumor necrosis factor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara Santos Pires da Silva

    2009-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os pacientes reumatológicos em terapia com antifator de necrose tumoral (anti-TNF, Tumor Necrosis Factor são considerados imunodeprimidos. Neste sentido, a pesquisa de doenças infecciosas nesta população é imperiosa devido à alta morbidade e, por vezes, mortalidade associada a este quadro. OBJETIVOS: O presente trabalho teve por objetivo avaliar a frequência de soropositividade para os seguintes agentes infecciosos: Treponema pallidum (sífilis, Trypanosoma cruzii (doença de Chagas, vírus da imunodeficiência humana adquirida (Human imunnodeficiency Virus - HIV e hepatites B e C (HBV e HCV, respectivamente em pacientes recebendo terapia anti-TNF. PACIENTES E MÉTODOS: Foram avaliados 143 pacientes reumatológicos em um estudo observacional, com artrite reumatoide, espondilite anquilosante, artrite psoriásica e outras doenças, em uso de terapia anti-TNF (adalimumabe, etanercepte e infliximabe no período de setembro de 2007 a novembro de 2008. Foram coletados dados clínicos e demográficos, bem como uma amostra de sangue para a análise da presença de anticorpos contra os agentes infecciosos HIV (Aids, HBV e HCV (hepatites B e C, respectivamente, Treponema pallidum (sífilis e Trypanosoma cruzii (doença de Chagas. RESULTADOS: A média de idade da população estudada foi de 45,78 ± 12,7 anos, sendo 60,1% do sexo feminino e 76,9% de cor branca. Treze (9% dos pacientes apresentaram pelo menos uma sorologia positiva. Nenhum dos pacientes apresentou sorologia positiva para o Trypanosoma cruzii (doença de Chagas, bem como para HIV. Somente dois (1,4% indivíduos apresentaram positividade para o Treponema pallidum (sífilis (ELISA positivo e VDRL negativo. A frequência de anti-HBc total foi de 5% (7/140, sendo que todos estes foram positivos também para anti-HBs. O HBsAg foi negativo em todos os pacientes. Quatro pacientes tiveram HCV positivo, sendo que dois deles tinham PCR negativo para o vírus e os outros dois

  9. Use of immunomodulators in infectious diseases of domestic animals/ Uso de imunomoduladores nas enfermidades infecciosas dos animais domésticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Megid

    2007-08-01

    Full Text Available Immunomodulators are substances that act in the immune system providing, increase of the organic answer against microorganisms, including virus, bacteria and protozoa, by inducing the production of interferon and its inducers. There are a lot of situations in veterinary medicine where it is usefull to potencialize the immune response of individuals, mainly when is desired to increase the resistance to infections and the treatment of immunossupressing or multifactorials infectious diseases. In veterinary medicine some of more used immunomodulators are interferons and interferon inducers, interleukines, Baccilus of Calmett-Guérin (BCG and its derivated, Propionibacterium acnes (Corynebacterium parvum, mixed bacterial vaccine, PIND-ORF, Phosprenyl, Quillja Saponis, Bordetella pertussis, avridine and the levamizole. The present work review the available scientific literature, regarding the use of different immunomodulators in the prophylaxis and in the therapeutics of infectious diseases in domestic animals.Imunomoduladores são substâncias que atuam no sistema imunológico conferindo aumento da resposta orgânica contra determinados microorganismos, incluindo vírus, bactérias e protozoários, mediante à produção de interferon e seus indutores. Existem muitas situações na medicina veterinária em que se torna desejável potencializar a resposta imune, principalmente quando se pretende aumentar a resistência às infecções e no tratamento de enfermidades imunossupressoras ou de doenças infecciosas multifatorias, ou seja, nas quais vários agentes estão envolvidos e devido a isso, dificilmente obtêm-se sucesso no emprego de tratamentos convencionais. Na medicina veterinária alguns imunomoduladores utilizados são interferons , interleucinas, Bacilo de Calmett-Guérin (BCG e seus derivados, Propionibacterium acnes (Corynebacterium parvum, vacina bacteriana mista, PIND-ORF, Phosprenyl, Quillaja saponis, Bordetella pertussis, avridina e

  10. Análise da assistência à saúde aos pacientes com hepatites virais B e C no estado do Amapá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kaori Kubota

    2014-09-01

    Full Text Available O Amapá é uma região hiperendêmica para hepatites virais B (HB e C (HC, As Políticas Públicas de Saúde garantem o direito dos pacientes ao acesso universal e gratuito à assistência médica e ao tratamento das HB e HC, Neste sentido, o estudo avaliou a assistência à saúde oferecida aos pacientes com HB e HC, atendidos pelo SUS, no Amapá, Os dados foram coletados junto aos prontuários médicos e comparados com os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas para HB e HC e com a rede assistencial do SUS, Foram identificados e incluídos no estudo 123 pacientes atendidos no Centro de Referência em Doenças Tropicais, dos quais 43 e 85 pacientes apresentaram diagnóstico de HB e HC, respectivamente (cinco coinfectados com HB e HC, O acompanhamento clínico ambulatorial dos pacientes foi inferior a seis meses (período necessário para diagnóstico conclusivo de infecção crônica para 53,7% dos pacientes devido ao abandono do tratamento, O exame de aminotransferases não foi solicitado à 37,4% dos pacientes e a biópsia hepática foi realizada por 84% dos pacientes com algum grau de severidade da doença, Dezessete pacientes receberam interferon-alfa peguilado como farmacoterapia inicial, mas a escolha inicial do esquema terapêutico mais potente não é recomendada pois não deixa opções para terapia de resgate em casos de resposta negativa à terapia inicial, A assistência à saúde dos pacientes com HB e HC no estado do Amapá apresenta deficiências, tais como o abandono do tratamento, inclusão e exclusão inadequada de pacientes nos protocolos de tratamento, além da dificuldade de acesso aos exames de diagnóstico e ao monitoramento da doença nos pacientes infectados.

  11. Prevalência do anticorpo da hepatite A em crianças e adolescentes com hepatopatia crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Cristina T.

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a prevalência de hepatite viral A (HVA em crianças e adolescentes portadores de doenças crônicas do fígado, em um serviço de hepatologia pediátrica. Métodos: entre maio de 1999 e fevereiro de 2001, foi estudada a prevalência de anticorpos anti-HVA total em 60 crianças e adolescentes, entre 1 e 16 anos de idade, portadoras de hepatopatias crônicas, provenientes da unidade de gastroenterologia pediátrica e programa de transplante hepático infantil do serviço de pediatria do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O anti-HVA, realizado através de um teste laboratorial comercialmente disponível em nosso meio (Abbott - MEIA HAVAB - sistema AXSYM, foi determinado e relacionado com a idade, com o sexo, com a cor, com o diagnóstico etiológico da hepatopatia e com a renda familiar dos pacientes. Resultados: apenas uma criança de 1 ano, portadora de atresia biliar, foi excluída do estudo por apresentar anti-HVA indeterminado, em duas ocasiões. Das 59 crianças restantes, 14 (24% apresentavam resultados positivos para o anti-HVA total. As idades dos pacientes com anti-HVA positivos variaram de 1 a 16 anos (x= 7,7 anos e mediana 8,5 anos. Não houve diferença significante entre idade, sexo e cor entre os grupos positivo e negativo. A renda familiar foi menor no grupo dos pacientes anti-HVA positivo, mas não mostrou diferença estatística significante. A diferença de prevalência de anti-HVA entre as etiologias das hepatopatias está, provavelmente, relacionada à idade mais do que ao diagnóstico. Conclusões: na população estudada, a maioria (76% das crianças e adolescentes portadoras de hepatopatias crônicas é suscetível à infecção pelo vírus A, podendo apresentar, portanto, um curso mais grave e complicações, se adquirirem HVA. Sugerimos, então, que esses pacientes devam receber a vacina inativada contra HVA.

  12. Enfoque sindrómico para el diagnóstico y manejo de enfermedades infecciosas febriles agudas en situaciones de emergencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Cabezas

    Full Text Available Varias de las enfermedades agudas con etiología infecciosa (viral, bacteriana o parasitaria cursan inicialmente con un síndrome que puede ser febril, febril ictérico, febril hemorrágico, febril con manifestaciones respiratorias, febril con compromisio neurológico, febril con erupciones dérmicas, febril anémico, o pueden ocurrir muertes de pacientes febriles sin un diagnóstico definido, con algunas variantes según el nicho ecológico-social en el que se dan; es importante el enfoque sindrómico, para luego tipificar el caso o el brote y así tener un diagnóstico adecuado y oportuno que permita orientar tanto el manejo individual como las medidas de prevención y control en la población, aun cuando haya limitaciones para el diagnóstico de todos los casos. En este artículo se describe el enfoque sindrómico, los síndromes de importancia en salud pública (colectiva y su abordaje, todo ello es importante por su presentación en brotes que vienen ocurriendo en los variados nichos ecológicos de nuestro país, exacerbados por el cambio climático.

  13. Bronquite infecciosa das galinhas: conhecimentos atuais, cepas e vacinas no Brasil Infectious bronchitis of chickens: current knowledge, strains and vaccines in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Figueiredo Pitangui Mendonça

    2009-11-01

    Full Text Available A bronquite infecciosa das galinhas (IB é uma doença viral aguda e altamente contagiosa que provoca grandes perdas econômicas à indústria avícola em todo o mundo. Considerando que surtos têm ocorrido no Brasil com emergência de novas variantes de IBV, desafiando as estratégias de vacinação atuais, este trabalho objetiva revisar os conhecimentos sobre IB e IBV, a sua distribuição, as cepas e as vacinas utilizadas no Brasil.Infectious bronchitis (IB is an acute, highly contagious disease of chickens, caused by infectious bronchitis virus (IBV, which results in great economic losses to the poultry industry worldwide, despite the routine use of vaccines. Several outbreaks do occur periodically in densely populated poultry regions in Brazil and there are constant emergence of new variants. The aim of this paper is to review the current knowledge about IBV and IB, the distribution, strains and vaccines in Brazil.

  14. THE TECHNOLOGY OF GROWING Rosa canina L. AND Pelargonium zonale L. SEEDLINGS IN TISSUE CULTURE AND THEIR ADAPTATION IN DIFFERENT SUBSTRATES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monika Tkalec

    2017-01-01

    Full Text Available The aim of this study was to establish the possibility of growing Rosa canina L. and Pelargonium zonale L. in tissue culture and suitability of alternative components and their mixtures as a substrate for adaptation of in vitro seedlings of these floral species. In this research, four alternative components (cocoa shell (A, willow bark (B, spent mushroom substrate (C, sawdust (D and six of their mixtures were analysed. Klasman Potgrond P (for wild rose and Balkon – blumenerde (for pelargonium were analysed as a control substrate. Statistical analysis has revealed significant differences between all the treatments (substrates and their analysed properties. An average percentage of adapted seedlings in all of the substrates was 54.68% for wild rose, and 99.68% for pelargonium. The largest values of morphological properties for the wild rose were determined on an M2 (30% A + 20% B + 40% C + 10% D substrate mixture, where the greatest number of shoots, leaf number, fresh overground mass, total fresh mass of seedling and the ratio of fresh and dry overground mass and root were recorded. Chemical composition of wild rose seedlings varied among the treatments, but the highest content of macro and micro elements was determined in the seedlings grown on sawdust (D and control substrate (E. The largest values of almost all morphological properties of pelargonium were also recorded on substrate mixtures M4 (18% A + 22% B + 40% C + 20% D and M6 (18% A + 42% B + 20% C + 20% D. Furthermore, while the largest morphological properties of pelargonium seedlings were recorded in the mixtures, the highest content of macro and micro elements determined in the seedlings was on those grown on alternative components, especially in the seedlings grown on a willow bark substrate.

  15. Reatividade vascular da artéria mamária interna: estudos farmacológicos comparativos entre artérias caninas direita e esquerda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EVORA Paulo Roberto B.

    1999-01-01

    Full Text Available Para estudos comparativos da reatividade vascular entre artéria mamária interna (AMI canina direita e esquerda, realizaram-se experimentos "in vitro" utilizando-se banhos orgânicos ("organ chambers" e ensaios biológicos: 1 os produtos plaquetários ADP e 5-HT induziram, respectivamente, vasodilatação dependente e independente do endotélio; 2 os autacóides, bradicinina e histamina, também induziram vasodilatação, respectivamente, dependente e independente do endotélio; 3 o A23187, vasodilatador independente de receptor, induziu relaxamentos dependentes do endotélio; 4 dopamina, dobutamina, papaverina e a poli-L-arginina induziram vasodilatações independentes do endotélio; 5 a NOR induziu intensa vasoconstrição comparável à causada pelo KCI e pela endotelina; 6 em 83% de 24 ensaios, a liberação basal de NO foi maior na AMI esquerda, em comparação com a AMI direita; 7 ensaios biológicos de AMIs demonstraram a importância da PGI2 nas condições de hipóxia, uma vez que a indometacina aboliu vasodilatação adicional em resposta à hipóxia em condições de vasodilatação induzida pela liberação basal de NO; 8 não ocorreram diferenças significantes de resposta, comparando-se estudos realizados em AMIs direita e esquerda.

  16. Manejo clínico e obstétrico em gestantes portadoras de hepatite autoimune complicada pela plaquetopenia moderada ou grave Clinical and obstetrical management of pregnant women with autoimmune hepatitis complicated by moderate or severe thrombocytopenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomuras

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O presente trabalho tem como objetivo descrever o manejo do pré-natal e do parto em pacientes portadoras de hepatite autoimune associada à plaquetopenia moderada ou grave. MÉTODOS: Este trabalho foi realizado em hospital universitário, de nível terciário. Foram analisadas, retrospectivamente, 13 gestações em dez pacientes com diagnóstico de hepatite autoimune complicadas pela plaquetopenia. Os critérios de inclusão foram: diagnóstico clínico de hepatite autoimune, plaquetopenia moderada ou grave (contagem de plaquetas OBJECTIVE: To describe the management of prenatal care and delivery in patients bearing autoimmune hepatitis associated with moderate or severe thrombocytopenia. METHODS: This study was performed in a tertiary level university hospital. Thirteen pregnancies in ten patients diagnosed with autoimmune hepatitis, complicated by thrombocytopenia, were retrospectively analyzed. The inclusion criteria were as follows: clinical diagnosis of autoimmune hepatitis, moderate or severe thrombocytopenia (platelet count < 100 x 103/mm3, gestational age at birth over 22 weeks, and patient followed-up by a specialized team at the institution. The variables studied were: maternal age, parity, treatment regimen, platelet count, examinations for investigation of hepatic function, type of delivery, weight at birth, and gestational age at the time of delivery. RESULTS: The average maternal age was 24.5 years (SD = 5.3 and six (50% occurred in nulliparous women. During pregnancy, monotherapy with prednisone was adopted in 11 cases (92%. According to the autoantibody profiles, seven pregnancies (58% had the autoimmune hepatitis type I diagnosis, two pregnancies had type II (17%, and three pregnancies (25% had cryptogenic chronic hepatitis (undetectable titers of autoantibodies. Portal hypertension was featured in 11 pregnancies (92%. The average gestational age at delivery was 36.9 weeks (SD = 1.5 weeks, with an average weight at

  17. Contribuição da ultrassonografia para o diagnóstico das alterações histopatológicas presentes na hepatite C crônica, com ênfase na esteatose hepática: Parte I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Wang Matsuoka

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a contribuição da ultrassonografia no estudo das alterações histopatológicas encontradas na hepatite crônica pelo vírus C, com ênfase para a esteatose hepática. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram comparados os resultados dos exames ultrassonográficos do fígado de 192 pacientes portadores de hepatite crônica pelo vírus C, com os achados histopatológicos dos fragmentos obtidos por biópsia hepática. Todos os exames ultrassonográficos obedeceram a um mesmo protocolo, sendo analisados os seguintes critérios: ecogenicidade, ecotextura e atenuação. Os pacientes foram agrupados considerando-se os com alterações ultrassonográficas e os sem alterações ultrassonográficas, sendo comparados com as alterações histopatológicas presentes. RESULTADOS: Entre as alterações histopatológicas presentes, apenas os graus 0 e 3 de alteração arquitetural e a esteatose hepática apresentaram diferença estatística significante entre os dois grupos. Dentre os critérios ultrassonográficos avaliados, a atenuação foi o que apresentou melhor correlação com a esteatose hepática. CONCLUSÃO: Os resultados do trabalho demonstraram que, em pacientes com hepatite crônica pelo vírus C, a ultrassonografia apresentou limitações à caracterização das alterações histopatológicas, apresentando concordância regular com o diagnóstico de esteatose hepática. Destaca-se a capacidade do método em mostrar a probabilidade de inexistência de esteatose hepática, tendo em vista a especificidade de 77,9% e o valor preditivo negativo de 95,5%.

  18. Seroconvertion to hepatitis B vaccine after weight reduction in obese non-responder Soroconversão à vacina contra hepatite B após redução de peso em obeso não respondedor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Isabel Saraiva Dinelli

    2008-04-01

    Full Text Available Decreased responses to hepatitis B vaccine have been associated with some host conditions including obesity. Susceptible non-responders to a primary three-dose vaccine series should be revaccinated. Those who maintain a non-responder condition after revaccination with three vaccine doses are unlikely to develop protection using more doses. This is a description of an obese woman who received six doses of hepatitis B vaccine and persisted as a non-responder. She was submitted to a vertical banded gastroplasty Roux-en-Y gastric bypass Capellas's technique. After weight reduction, she received three additional doses of vaccine and seroconverted. Further studies should help clarify the need to evaluate antibody levels and eventually revaccinate the increasing population of individuals who undergo weight reduction.A diminuição da resposta à vacinação contra hepatite B já foi relacionada a algumas condições clínicas, inclusive à obesidade. Indivíduos que não responderam à série de três doses devem ser revacinados. Caso continuem não-respondedores após duas séries de vacina, não há indicação de doses adicionais. Esta é a descrição de mulher obesa que não havia soroconvertido após ter recebido seis doses de vacina contra hepatite B. Ela foi submetida à gastroplastia em Y de Roux, pela técnica de Capella. Após a redução de peso, a paciente recebeu mais três doses de vacina contra hepatite B e soroconverteu. Novos estudos poderão indicar a necessidade de avaliação de níveis de anticorpos contra antígenos vacinais e eventualmente revacinar esta população cada vez maior de pacientes que se submetem à cirurgia para redução de peso.

  19. ESTUDIO ESPACIAL DE LA SÍFILIS INFECCIOSA Y LA INFECCIÓN GONOCÓCICA EN UN SERVICIO DE SALUD PÚBLICA DE ÁREA DE MADRID

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene G.M. Wijers

    2017-01-01

    Full Text Available Fundamentos: Las infecciones de transmisión sexual son un importante problema de salud pública. Dentro de la Comunidad de Madrid, los distritos con mayor incidencia de sífilis infecciosa e infección gonocócica pertenecen al Servicio de Salud Pública del Área 7 (SSPA 7. El objetivo de este estudio fue identificar conglomerados de casos de sífilis infecciosa y de infección gonocócica dentro de este SSPA. Métodos: Se seleccionaron todos los casos confirmados de sífilis infec - ciosa y de infección gonocócica del año 2015 registrados en el SSPA 7 de Madrid. Se determinó el índice I de Morán para las dos enfermedades para identificar la existencia de autocorrelación espacial y se realizó un análisis de conglomerados. Los conglomerados e incidencias acumuladas (IA por zona básica de salud (ZBS fueron visualizados en mapas. Resultados: El distrito con más casos fue Centro (IA: 67,5 y 160,7 por 100.000 habitantes para la sífilis infecciosa y la infección gonocócica, res - pectivamente, con IA más altas (120,0 y 322,6 por 100.000 habitantes en la ZBS de Justicia. El 91,6% de los casos de sífilis infecciosa y el 89,6% de las infecciones gonocócicas correspondieron a hombres que tienen sexo con hombres (HSH. El índice I de Moran fue de 0,54 y 0,55 (p<0,001 para la sífilis infecciosa y la infección gonocócica respectivamente. Para la sífilis infecciosa se identificó un conglomerado que comprende las seis ZBS que forman el distrito Centro, con un riesgo relativo (RR de 6,66 (p=0,001. Para la infección gonocócica, se identificó un conglomerado que englobaba el distrito Centro, tres ZBS de Chamberí y una del distrito Latina (RR 5,05; p=0,001. Conclusión : Centro fue el distrito con más casos de sífilis infecciosa y de infección gonocócica y el colectivo más afectado fue el de HSH. Para las dos enfermedades se identificaron conglomerados con un gran solapamiento. Al identificar las zonas básicas de salud y

  20. Nota sobre antígeno relacionado à hepatite (HB Ag e anticorpo (HB Ab em população do território Federal do Amapá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermann G. Schatzmayr

    1974-04-01

    Full Text Available 53 amostras de soro, provenientes de Ferreira Gomes, no Amapá, foram testados para antígeno HB Ag e anticorpo HB Ab, com uma positividade de 3,7% para HB Ag, sub-tipo D. Os autores acentuam a necessidade de inquéritos em populações brasileiras a fim de estabelecer os sub-tipos associados à hepatite.3,7% of 53 serum samples from healthy inhabitants of Ferreira Gomes, Amapá, were positive for HB Ag, subtype D. The authors síress the needs of surveys to deteet the prevalent types of antigens associated with viral hepatitis in different areas of Brazil.

  1. Marcadores sorológicos de hepatite B em indivíduos submetidos a exames de sangue em unidades de saúde Serological markers of hepatitis B in people submitted to blood testing in health care clinics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia VG Miranda

    2000-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar aspectos da epidemiologia da hepatite B em pessoas submetidas à coleta de sangue em unidades de saúde. MÉTODOS: Indivíduos dos quais se coletou sangue em unidades de saúde de Ribeirão Preto, independentemente do motivo, foram solicitados a fornecer uma quantidade adicional de material, obtida no momento da coleta e submetida à detecção de marcadores de hepatite B. Simultaneamente, por meio de questionário padronizado, foram obtidas informações de possíveis fatores de risco para a doença. Os dados foram analisados por meio de um modelo de regressão logística. RESULTADOS: As prevalências de HBsAg e de anti-HBcAg foram de 0,3% e 13,9%, respectivamente. Os fatores de risco associados à infecção foram: idade, residência na cidade há menos de um ano, antecedente de hepatite, exposição prévia a casas de correção e homo/bissexualismo masculino. CONCLUSÕES: Devido a dificuldades crescentes de obtenção de sangue de indivíduos sadios, essa pode ser uma alternativa para estudos que objetivem fornecer informações sobre a circulação de agentes infecciosos na população. Embora não se possa generalizar os dados obtidos pela metodologia usada, ela traz conhecimento referente à circulação do vírus de hepatite B.OBJECTIVE: To study some of the epidemiological aspects of hepatitis B in a non-representative sample of patients seen in health care clinics. METHODS: The study population comprised 632 patients who were seen at health care clinics in the city of Ribeirão Preto, Brazil, for the purpose of blood testing, regardless the reason. After signing a written consent, an additional amount of blood was drawn from the same venous puncture site used to collect the original sample for the testing assigned to the patient at the health care clinic. A questionnaire was applied to each participant, looking for the presence of risk factors for hepatitis B. The blood samples were tested for HBV markers, using

  2. Influência de polimorfismos em genes de citocinas e de receptores de citocinas na resposta ao tratamento e no grau do dano hepático em pacientes portadores de hepatite C crônica

    OpenAIRE

    Moreira, Sara Tatiana

    2012-01-01

    Resumo: O vírus da hepatite C (HCV) é um patógeno capaz de causar infecção crônica em cerca de dois terços dos indivíduos infectados, conseqüência de suas habilidades em driblar tanto a imunidade inata quanto a adquirida. A fibrose é resultado de injúrias repetitivas causadas aos hepatócitos decorrente da infecção pelo HCV e da ação da resposta imunológica, que levam a uma falha no processo regenerativo e deposição de uma quantidade abundante de matriz extracelular. Citocinas regulam a respos...

  3. Fatores associados à infecção pelo vírus da hepatite B: um estudo caso-controle no município de São Mateus, Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jerusa Araújo Dias

    Full Text Available OBJETIVO: analisar os fatores associados à infecção pelo vírus da hepatite B entre usuários da atenção primária em saúde em São Mateus-ES, Brasil. MÉTODOS: estudo de caso-controle com 74 casos e 74 controles, pareados por sexo, idade e local de atendimento; para a análise multivariável, foi empregada regressão logística condicional (odds ratio - OR - e respectivos intervalos de confiança de 95% - IC95%. RESULTADOS: a análise bivariada identificou como adequadas para o modelo de análise multivariada (p<0,200, raça/cor (p<0,145, presença de doença sexualmente transmissível nos últimos 5 anos (p<0,197, escolaridade (p<0,006 e local de residência (p<0,008; a análise multivariada identificou os fatores associados à infecção pelo vírus da hepatite B, como residir em área rural (OR=6,37; IC95%:1,61-25,14; p=0,008 e nenhuma escolaridade (OR=20,02; IC95%:2,36-173,06; p=0,006. CONCLUSÃO: a vacinação e o uso do preservativo em todas as práticas sexuais devem ser incentivados, principalmente entre as populações sem escolaridade e residentes em áreas rurais.

  4. Complicaciones posoperatorias y mortalidad en pacientes operados por endocarditis infecciosa Postoperative complications and mortality observed in patients operated on from infective endocarditis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquín Gómez Armando Gonga

    2013-03-01

    Full Text Available Objetivo: describir las causas de morbilidad y mortalidad perioperatorias en los pacientes afectos de endocarditis infecciosa activa y significar cómo pueden ser disminuidas. Métodos: se realizó un estudio retrospectivo de las complicaciones posoperatorias y mortalidad en 139 pacientes operados por presentar endocarditis infecciosa en un período de 16 años. Se efectuaron 147 operaciones a los 139 pacientes de las cuales 83 (57,1 % fueron electivas y 64 (42,9 % fueron de urgencia. El 24 % de los pacientes fueron remitidos de otros centros en los que habían sido sometidos a tratamiento médico no exitoso por más de 4 semanas. Resultados: las operaciones efectuadas fueron: Sustituciones valvulares aórticas,mitrales y tricuspídeas 75 (41,1 %, extracción de electrodos de marcapasos o desfibriladores automáticos implantables del ventrículo derecho 57 (41 % , otras operaciones en número de 7 (4,9 %y 8 reintervenciones. La complicación más frecuente fue la sepsis generalizada (10,07 % pObjective: To describe the causes of perioperative morbidity and mortality of patients suffering active infectious endocarditis and to explain how both aspects can be reduced. Methods: A retrospective study of postoperative complications and mortality observed in 139 patients operated on from infectious endocarditis in 16 years. One hundred forty seven surgeries were performed, of which 83 (57.1 % were elective and 64 (42.9 % were emergency surgeries. In this group, 24 % had been referred from other medical centers where they had been unsuccessfully treated for 4 weeks. Results: The performed surgeries comprised 15 aortic, mitral and tricuspid valve replacements, 57 (41 % removals of pacemaker electrodes or of implanted automatic defibrillators in the right ventricle, seven other types of surgeries and 8 reoperations. The most frequent complication was generalized sepsis ((10.07 % p< 0.01, followed by the low heart output and postoperative bleeding. The

  5. Análise laboratorial das ceratites infecciosas secundárias à cirurgia refrativa Laboratory analysis of infectious keratitis in patients following refractive surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Leal

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os resultados laboratoriais de amostras de pacientes com ceratite infecciosa pós-cirurgia refrativa. MÉTODOS: Foram avaliados pacientes do Departamento de Oftalmologia da UNIFESP, que foram submetidos a tratamento para ceratite infecciosa, entre janeiro de 1988 e junho de 2001, e que haviam sido submetidos à ceratomia radial (CR, ceratotomia fotorrefrativa (PRK ou laser in situ keratomileusis (LASIK. Previamente, as infecções foram classificadas como precoces, quando ocorreram até 30 dias após a cirurgia, e tardias quando diagnosticadas após 30 dias. RESULTADOS: Das 93 amostras, 39 eram de (42% pacientes submetidos à ceratotomia radial, sendo 14 (36% infecções precoces e 25 (64% infecções tardias; 38 (41% pacientes submetidos a LASIK, sendo 21 (55% infecções precoces e 17 (45% infecções tardias; 16 (17% eram de pacientes submetidos à ceratotomia fotorrefrativa, sendo 10 (62,5% infecções precoces e 6 (37,5% infecções tardias. Oitenta e seis amostras de córnea coletadas foram submetidas a cultivo e esfregaço para bactérias, 43 cultivos (50% e 43 esfregaços (50% foram positivos. Setenta e duas amostras foram submetidas a cultivo e esfregaço para fungos, 2 cultivos (3% e 4 esfregaços (6% foram positivos. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos revelam uma concordância de 80,2% entre cultivo e esfregaço para bactéria. Não houve relação estatisticamente significante entre o tipo de cirurgia e o tempo de manifestação da infecção.PURPOSE: To describe the laboratory findings in patients with infectious keratitis, who underwent refractive surgery, correlating the surgical procedure and the time of infection manifestation, and the results of culture and smears. METHODS: The previous samples were obtained from patients submitted to radial keratotomy (RK, photorefractive keratectomy (PRK and laser in situ keratomileusis (LASIK at the Ophthalmology Department of UNIFESP. The infections were classified as

  6. Estilos modernos de vida, cambio climático y ecosistemas alterados: un desastre anunciado para el surgimiento de las enfermedades infecciosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco González T

    2009-08-01

    Full Text Available Usualmente exhortamos a los estudiantes que no malgasten los antibióticos por que cada día la situación es casi apocalíptica para el tratamiento de patologías infecciosas. Para motivarlos, les explicamos que desde tiempos memorables se conocen historias como las de las momias egipcias que presentaron lesiones compatibles con tuberculosis, hermosas cortesanas del renacimiento con sífilis y momias precolombinas con lepra. La colonización de las Américas por parte de los anglosajones, españoles y portugueses en los siglos XIV y XV fue el inicio de la globalización y de la importación sin aranceles de nuevos microbios. Hoy día el transporte moderno es más eficaz, el turismo, los negocios y la inmigración se incrementaron, y las guerras internas y externas han desplazado millones de personas como sucede en Colombia. También la tecnología ha contribuido a mejorar la movilidad de los gérmenes, por ejemplo en 24 horas puede viajar el virus del Ébola o una tuberculosis multirresistente en un avión desde África a las Américas. La diseminación no es nueva, sólo que ahora se posee un mejor diagnóstico a través de la biología molecular y otras técnicas serológicas modernas.

  7. DINÁMICA SEROLÓGICA DEL VIRUS DE BRONQUITIS INFECCIOSA EN UNA GRANJA DE POLLO DE ENGORDE DEL DEPARTAMENTO DE CUNDINAMARCA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DC Álvarez

    2009-01-01

    Full Text Available El virus de bronquitis infecciosa (IBV causa una enfermedad altamente contagiosa, distribuida mundialmente, que conlleva graves pérdidas económicas. En algunas oportunidades se asocia con otras entidades como los virus de las enfermedades de Gumboro y de Newcastle, Mycoplasma gallisepticum y Escherichia coli. La alta variabilidad genética del virus ha generado una gran cantidad de cepas virales con diferentes cuadros clínicos. El objetivo del trabajo fue evaluar la dinámica de anticuerpos del IBV en aves vacunadas y no vacunadas contra IBV, alojadas en una explotación de pollo de engorde donde se detectó el agente por RT-PCR, en Fusagasugá, Colombia, y aves vacunadas en semiaislamiento en Bogotá. Para esto se organizaron 3 grupos de aves (Ross 308 de 1 día de edad (44 aves/grupo, las cuales fueron vacunadas con un virus vivo atenuado, cepa Massachusetts H120, y se evaluó la respuesta inmune a través de la prueba de Elisa. Desde el primer día hasta el día 24 de edad se observó una disminución progresiva de los títulos de anticuerpos en los tres grupos, aunque en las aves vacunadas y no vacunadas mantenidas en granja se observaron niveles de anticuerpos superiores al grupo en condiciones de semiaislamiento. A partir del día 28 en las aves alojadas en campo se incrementaron levemente los títulos hasta final de ciclo. El leve aumento en el nivel de anticuerpos puede ser consecuencia de exposición al virus vacunal que generó reversión de patogenicidad, persistencia viral o una exposición tardía al virus de campo.

  8. Reflexões éticas acerca dos estudos de soroprevelência de hepatites virais Ethical issues about seroprevalence studies on viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2006-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A aplicação de novas tecnologias em pesquisas epidemiológicas sobre hepatites virais (HV exige discussões éticas sobre inquéritos domiciliares de soroprevalência (IDS, estudos sentinelas (ES e de registros de bancos de sangue (ERBS e amostras de sorotecas (EAS. MÉTODOS: Discutem-se fatores de força (FF e fragilidade (FR destas abordagens, argumentos/justificativas para sua utilização e alternativas, segundo os princípios éticos da Resolução CNS nº 196/96. RESULTADOS E DISCUSSÃO: As pesquisas sobre HV justificam-se por sua magnitude, gravidade, vulnerabilidade e necessidade de subsidiar protocolos diagnósticos/terapêuticos e estratégias de prevenção/controle. Em relação aos IDS, discutimos quanto a FF: autonomia do sujeito; representatividade amostral adequada; e FR: custo maior que benefícios; possibilidade de obter a informação por outros meios. Para os ES, FF: monitoramento das HV com custo operacional inferior ao dos IDS; ausência de danos adicionais ao sujeito; e FR: limitação relativa de representatividade. Para os ERBS, FF: monitoramento do VHB/VHC em doadores de sangue com baixo custo, sem risco adicional; e FR: limitação de representatividade. Quanto aos EAS, FF: preponderância de benefícios sobre riscos/custos; possibilidade de desvendar agravos desconhecidos e de oferecer diagnóstico precoce e tratamento; FR: material biológico e dados de uma pesquisa podem ser utilizados em outras. CONCLUSÃO: Estas discussões contribuem para embasar processos éticos, orientar a escolha do tipo de estudo epidemiológico e construir novos conceitos sobre estes temas.BACKGROUND: Epidemiological studies on viral hepatitis (VH using new technologies raise ethical issues especially concerning community-based studies on seroprevalence (CSS, sentinel surveillance-based studies (SBS the use of blood-bank registers (BBR and serum stocks (SS. METHODS: Positive (PA and negative (NA aspects of these different

  9. Epidemiología molecular de epizootias de rabia en Colombia, 1994-2002: evidencia de rabia humana y canina asociada a quirópteros.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrés Páez

    2003-03-01

    Full Text Available Tres brotes de rabia canina han sido informados en Colombia durante las pasadas dos décadas, uno de los cuales aún ocurre en la Región Caribe. Los otros dos ocurrieron en el departamento de Arauca y en la Región Central (departamentos de Boyacá y Cundinamarca hasta 1997. Con la finalidad de investigar las relaciones filogenéticas existentes entre los virus rábicos aislados en las regiones mencionadas, se empleó la técnica de RT-PCR para obtener fragmentos de ADN de 902 nucleótidos complementarios a una región del ARN rábico codificante para el endodominio de la proteína G, para una parte de la proteína L, fragmentos que, además, contienen la región intergénica no codificante G-L. Los amplificados fueron secuenciados y agrupados en árboles filogenéticos. Los resultados mostraron la existencia de tres grupos de virus. Los virus rábicos pertenecientes a la variante genética colombiana I fueron aislados exclusivamente en el departamento de Arauca y la Región Central colombiana hasta 1997 y, aparentemente, se encuentran extintos. Los virus rábicos pertenecientes a la variante genética colombiana II fueron aislados exclusivamente en la Región Caribe, en donde actualmente su tranmisión continúa. Un tercer grupo se compone de variantes rábicas originarias de quirópteros, que fueron aisladas de dos murciélagos insectívoros, tres perros y un humano. Con este trabajo se estableció una asociación entre los quirópteros y la rabia en perros y humanos en Colombia, lo cual los muestra como reservorios de importancia en salud pública.

  10. Estudo de coorte em áreas de risco para leishmaniose visceral canina em municípios da Região Metropolitana de Salvador, Bahia, Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fred S. Julião

    2007-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou investigar a incidência de leishmaniose visceral em populações caninas de áreas de risco para a doença previamente identificados nos municípios de Lauro de Freitas e Camaçari, Bahia e estimar a associação entre variáveis de risco e a soroconversão de cães tidos como soronegativos em estudo prévio. Cerca de nove a 18 meses foi o intervalo entre a primeira sorologia (estudo prévio e os resultados descritos neste trabalho. Das 20 áreas de risco reexaminadas, foram testadas em enzime-linked immunosorbent assay amostras de 147 cães e aplicado simultaneamente um questionário epidemiológico aos respectivos proprietários. A incidência geral encontrada foi de 18,4% (27/147, sendo 17,4% (4/23 em Lauro de Freitas e 18,5% em Camaçari (23/124. A presença de galinha e suínos no peridomicílio e registro de cão com leishmaniose visceral eliminado na vizinhança resultaram em incremento do risco relativo de infecção dos cães por Leishmania sp. A eutanásia dos cães previamente detectados como soropositivos, não contribuiu efetivamente para a eliminação da transmissão do parasito nas áreas de risco. Estes dados demonstram que estas áreas permaneceram com transmissão ativa do parasito mesmo após a retirada, ainda que incompleta no município de Camaçari, dos cães soropositivos, e discute a participação de alguns fatores de risco na manutenção da endemicidade nestas áreas.

  11. Canine visceral leishmaniasis in the Krenak indigenous community, Resplendor, Minas Gerais State, Brazil, 2007 Leishmaniose visceral canina na Terra Indígena Krenak, Resplendor, Minas Gerais, Brasil, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloiza Gonçalves Antônio

    2011-03-01

    Full Text Available The authors conducted a cross-sectional study of the local canine population in the Krenak indigenous community to detect parasites of the genus Leishmania and identify the circulating species and the proportion of asymptomatic dogs, while investigating associations between canine infection and the dogs' sex, age, and hair length. A seroepidemiological survey was performed, including 63 dogs. All the animals underwent clinical examination to verify the presence of characteristic signs, and serum samples were taken for serological tests (ELISA, IIF. Infected dogs culled by the health service were necropsied and the material was analyzed using molecular diagnostic techniques. The cross-sectional study detected a 46% prevalence rate, and the circulating species was Leishmania (L. chagasi. The statistical analysis showed no association between infection and the independent variables. The study generated data on the epidemiological situation with canine infection in the area, which was previously unknown.Foi realizado um estudo seccional para detectar, na população canina, a presença de parasitos do gênero Leishmania e a espécie circulante, a proporção de cães assintomáticos, investigando concomitantemente a existência de associações entre a infecção canina e as variáveis: sexo, idade e tipo de pelo dos cães. Para o estudo seccional, foi realizado um inquérito censitário, que avaliou 63 cães. Todos passaram por uma avaliação clínica para verificar a presença de sintomas característicos da infecção; amostras de soro foram coletadas para os testes sorológicos (ELISA, RIFI. Os cães positivos retirados pelo serviço de saúde foram necropsiados, e o material, analisado pelas técnicas de diagnóstico molecular. O estudo seccional realizado detectou uma prevalência de 46%, sendo a espécie circulante a Leishmania (L. chagasi. A análise estatística não detectou nenhuma associação entre infecção e as vari

  12. Avaliação da leishmaniose visceral canina em Poxoréo, Estado do Mato Grosso, Brazil Canine visceral leishmaniasis evaluation in Poxoréo, Mato Grosso State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Ávila A. de Azevedo

    2008-09-01

    Full Text Available O cão doméstico desempenha importante papel como reservatório na transmissão da leishmaniose visceral ao homem, zoonose de grande importância em saúde pública. Realizou-se avaliação epidemiológica da leishmaniose visceral em 1.112 cães domiciliados no município de Poxoréo, estado do Mato Grosso e observou-se prevalência de 7,8%. Observou-se ainda associação estatisticamente significativa entre a prevalência de leishmaniose visceral canina e as variáveis faixa etária, presença de sinais clínicos e presença de outra espécie animal co-habitando com os cães avaliados, tendo sido as galinhas mais freqüentemente observadas entre os animais soropositivos. O sexo, a coleta de lixo domiciliar bem como a renda familiar não apresentaram associação estatisticamente significativa com a prevalência da leishmaniose visceral canina. A análise dos resultados sugere que cães com idade superior a sete anos e a , presença de outra espécie animal co-habitando com os cães podem ser fatores de risco para a leishmaniose visceral canina.Dogs play an important role as reservoir in the domestic cycle of visceral leishmaniasis, a serious public health problem. An epidemiological survey in 1,112 dogs was conducted at the Municipality of Poxoréo State of Mato Grosso, Brazil, using indirect immunofluorescence antibody test where the prevalence was 7.8%. Significant association was found between prevalence of canine visceral leishmaniasis and age of the dogs. Clinical signs and presence of other animals in the backyard, like chicken being more likely associated with seropositivity. Gender, garbage collection in the residence and family financial income were not associated with visceral leishmaniasis prevalence. Analysis of the results suggests that dogs aging more than 7 years and presence of another animal species co-inhabiting with the dogs may be risk factors for canine visceral leishmaniasis.

  13. Caracterización de eventos adversos asociados a vacunas que inmunizan contra enfermedades infecciosas.Años 2006-2007 Characterization of adverse events associated with vaccines immunizing against infectious diseases. 2006-2007

    OpenAIRE

    Ivette Díaz Mato; Ashley Lázaro Chao Cardeso; Giset Jiménez López; Yanet López Valdés

    2010-01-01

    Se realizó un estudio descriptivo, transversal y retrospectivo para caracterizar los eventos adversos temporalmente asociados con las vacunas que se emplean en la prevención y el control de las enfermedades infecciosas, y que fueron notificados a la Unidad Coordinadora Nacional de Farmacovigilancia entre los años 2006-2007. Se determinó su comportamiento de acuerdo con la edad, sexo, procedencia de la notificación, personal que reporta, localización y severidad. Se identificaron además los pr...

  14. Prevalencia de anemia infecciosa equina en los departamentos: Santa María, Colón y Capital, provincia de Córdoba (período 2010-2013)

    OpenAIRE

    Colla, Ivana Noemí

    2016-01-01

    La anemia infecciosa equina (AIE) es una enfermedad multisistémica causada por un virus ARN, que afecta equinos (asnos, mulas y caballos). Conocida, también, con los nombres de Fiebre recurrente de los pantanos, Fiebre malaria equina, Fiebre de la montaña, Fiebre lenta, Fiebre tifoidea de los caballos, Anemia perniciosa de los equinos, Zurra americana, SIDA de los caballos, Swamp fever, enfermedad de Vallée Enfermedad de Coggins (Castillo-Cuenca, 2011; Kemen,1972; Gonzalez del Pino, 2011). ...

  15. Preparo de vacina oleosa experimental contra bronqute infecciosa das galinhas e avaliação em aves gnotobióticas (GN) em aves livres de patógenos (SPF)

    OpenAIRE

    Dorileia Oliveira Resende

    1985-01-01

    Preparo de vacina oleosa experimental contra bronquite infecciosa das galinhas (big) e avaliação em aves gnotibióticas (gn) e em aves livres de patógenos (sff). Foi preparada uma vacina oleosa experimental, sob forma de emulsão dupla e testada em aves gn e em aves spf.oProduto final atingiu os requisitos de estabilidade, viscosidade e tipo de emulsão. As aves gn foram criadas em isoladores apropriados e divididas em dois grupos de quatro aves cada (vacinadas e não vacinadas). As aves spf fora...

  16. Avaliação do curso de especialização em enfermagem nas doenças infecciosas, na FIOCRUZ (1997-1999 Evaluación de la especialización en enfermería de las enfermedades infecciosas, en la FIOCRUZ (1997-1999 Evaluation of the nursing specialization course in infectious diseases at the FIOCRUZ (1997-1999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marizete Pereira da Silva

    2004-04-01

    Full Text Available O estudo descreve a experiência de implantação e do desenvolvimento do Curso de Especialização em Enfermagem nas Doenças Infecciosas e sua operacionalização no âmbito do Centro de Pesquisa Clínica Evandro de Chagas, da Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, no período de 1997 a 1999. Objetiva mostrar, sob perspectiva histórica do Hospital e das doenças infecciosas, a experiência acumulada no processo de formação de recursos humanos. Justifica o porquê da especialização nas doenças infecciosas à medida que, nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, o perfil das causas de morbimortalidade ainda são significativas. Demonstra processo de adequação do curso avaliado pelos coordenadores, corpo docente e discente, durante o seu desenvolvimento, e aborda a relevância da formação na vida pessoal e profissional de seus egressos que, na sua maioria, se inseriram no mercado de trabalho e desenvolvem ações educativas, intervindo significativamente com novas práticas nos serviços de saúde.El estudio describe la experiencia de implantación y reformulación del desarrollo del Curso de Especialización en Enfermería de las Enfermedades Infecciosas y su ejecución en el ámbito del Centro de Investigación Clínica Hospital Evandro Chagas, de la Fundación Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, em el período de 1997 a 1999. Pretende mostrar sobre una perspectiva histórica del Hospital y de las enfermedades infecciosas, la experiencia acumulada en el proceso de formación de recursos humanos. Justifica el por qué de la especialización en las enfermedades infecciosas, a medida que en los países subdesarrollados y en vías de desarrollo, el perfil de las causas de morbimortalidad son significativas. Demuestra el proceso de adecuación del curso evaluado por los coordinadores, cuerpo docente y discente, durante su desarrollo y aborda la relevancia de la formación en la vida personal y profesional de sus egresados, que

  17. Erliquiose monocítica canina subclínica, naturalmente adquirida: diagnóstico, aspectos clínico-laboratoriais, envolvimento renal e evolução com o tratamento

    OpenAIRE

    Alves, Marcelo Augusto Moraes Koury [UNESP

    2013-01-01

    A erliquiose canina é uma doença causada pela bactéria Gram-negativa Ehrlichia canis transmitida pelo carrapato Rhipicephalus sanguineus. A enfermidade é endêmica em muitas regiões do mundo e motivo de investigação científica em muitos países. Independentemente dos muitos avanços sobre a patogênese e o diagnóstico da doença existem poucos conhecimentos sobre o acometimento renal. O presente estudo teve por escopo caracterizar a condição clínico-laboratorial, com enfoque na função renal, de cã...

  18. Epidemiologic surveillance of canine visceral leishmaniasis in the municipality of Recife, Pernambuco Vigilância epidemiológica de leishmaniose visceral canina no município de Recife, Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Dantas-Torres

    2005-10-01

    Full Text Available This paper describes an epidemiologic investigation carried out in Imbiribeira district, where a canine visceral leishmaniasis case was recorded. Despite the absence of seropositive dogs and sand flies, these findings are not sufficient to discard the occurrence of a zoonotic cycle of visceral leishmaniasis in Recife.Este artigo descreve uma investigação epidemiológica realizada no bairro da Imbiribeira, onde fora registrado um caso de leishmaniose visceral canina. Apesar da ausência de cães soropositivos e de flebotomíneos, esses achados não são suficientes para descartar a ocorrência do ciclo zoonótico da leishmaniose visceral em Recife.

  19. Colangiocarcinoma hepático en un felino y hallazgos anatomopatólogicos, y clínicos compatibles con peritonitis infecciosa felina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Ochoa A.

    2012-08-01

    Full Text Available Se presentan los hallazgos patomorfológicos de colangiocarcinoma hepático (CGC con efusión peritoneal en un gato doméstico geronte y se relaciona con la sintomatología clínica y los hallazgos anatomopatológicos compatibles con la peritonitis infecciosa felina (PIF. Se atendió en la clínica veterinaria de la Universidad de los Llanos un paciente felino de 8 años de edad, criollo, con aumento de la silueta abdominal y depresión. Clínicamente se encontró deshidratación del 7%, hipotermia (37.2ºC, mucosas pálidas, disnea y hepatomegalia. Mediante abdominocentesis se obtuvo un exudado no séptico y un cuadro citológico compatible con CGC con células columnares bajas dispuestas en panal de abeja, presentando anisocariosis, hipercromacia moderada, citoplasmas claros y vacuolados acompañados de un fondo sucio inflamatorio y hemorrágico con detritos celulares. En el análisis radiográfico se observó hepatomegalia con un patrón de punteado característico de formación neoplásica y ascitis. A la necropsia se presentó hemotórax e hidropericardio, ascitis y nódulos neoplásicos blancos duros al corte en el 45% del parénquima hepático y un patrón nodular sobre la superficie visceral del estomago, intestinos delgado, grueso y mesenterio. Las muestras se fijaron en formalina buferada al 10%, se procesaron mediante métodos rutinarios para microscopía óptica. Por histopatología se diagnosticó CGC moderadamente diferenciado con intensa desmoplasia. Citológica e histopatológicamente se evidenció un CGC hepático con efusión peritoneal que se relacionó con la sintomatología clínica y los hallazgos anatomopatológicos compatibles con la PIF.

  20. Evaluación farmacoterapéutica y evolutiva de uveítis crónicas y recurrentes no infecciosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mireya Benítez Cartaya

    Full Text Available Objetivos: evaluar el tratamiento farmacológico e identificar los factores pronósticos en una evolución clínica desfavorable con uveítis crónicas y recurrentes no infecciosas, en el Instituto Cubano Oftalmología "Ramón Pando Ferrer" durante el período 2012-2013. Métodos: se realizó un estudio de utilización de medicamentos. Se efectuó un diseño de cohorte retrospectivo evaluativo y un estudio transversal analítico de factores pronósticos. Fueron evaluados 116 pacientes. Las variables utilizadas correspondieron a la evaluación farmacoterapéutica: selección del medicamento, pauta de administración y causas de incumplimiento terapéutico. Para la evolución clínica desfavorable se analizaron variables sociodemográficas y clínicas. Se calcularon frecuencias absolutas y relativas. Se realizó un análisis univariado. Las variables significativas a la evolución se incluyeron en el modelo de regresión logística múltiple. Resultados: no existieron errores en la prescripción en el 100 % de los evaluados. El 15,5 % de los pacientes no cumplieron con el tratamiento prescrito; 83,3 % se relacionó con la presencia de reacciones adversas y 33,3 % con la falta de disponibilidad. El 57 % presentó efectos adversos por corticoesteroides y el 39 % por inmunosupresores. El curso clínico crónico y la localización resultaron factores influyentes en una evolución desfavorable. Conclusiones: la evaluación farmacoterapéutica en el caso de las uveítis crónicas es adecuada. No existen errores en la prescripción. Las causas más frecuentes de incumplimiento terapéutico son la suspensión del tratamiento por efectos adversos, la falta de disponibilidad de inmunosupresores y la alternativa biológica. El curso clínico crónico y la localización de las uveítis pueden considerarse como un factor pronóstico en la evolución desfavorable de esta enfermedad.

  1. Internações e complicações apresentadas por idosos em hospital de referência em doenças infecciosas.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriella Xavier Barbalho Mesquita

    2015-01-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: A mortalidade por doenças infecciosas vem declinando, entretanto, permanece como um desafio para a Saúde Pública Nacional, devido à persistência de níveis elevados de doenças associadas à pobreza e exclusão social. Deste modo, o objetivo do estudo é identificar as causas de internação dos idosos e as complicações apresentadas em hospital de infectologia do Rio Grande do Norte, Brasil e avaliar o custo financeiro das internações. Métodos: Estudo seccional realizado com idosos internados no Hospital Giselda Trigueiro do ano 2005 a 2010, por meio da análise de prontuários. As variáveis dependentes foram: “consequência da internação” e “custo financeiro”. Foram realizados teste qui-quadrado determinar a associação entre as variáveis e a análise do efeito independente das variáveis intervenientes sobre o desfecho foi realizada através da regressão logística múltipla. Resultados: A idade média foi 72,4 anos e predominaram homens. Diagnósticos prevalentes: Infecção pulmonar não tuberculosa; Infecções de pele e partes moles e Tuberculose pulmonar e extrapulmonar. Na análise múltipla com a variável “consequência da internação”, foram significativas: ventilação mecânica, sonda nasogástrica e entérica, hemorragia digestiva alta e insuficiência renal aguda. Para “custo financeiro”, as variáveis infecção pulmonar não tuberculosa, tuberculose pulmonar e extrapulmonar, sonda vesical de demora e ventilação mecânica permaneceram significativas. Conclusões: O predomínio de infecções respiratórias aponta para a necessidade de medidas preventivas que devem ocorrer no nível da atenção primária à saúde e consequentemente reduzindo a demanda pela atenção especializada. DESCRITORES: Idoso; Hospitalização; Saúde do Idoso; Custos hospitalares; Doenças transmissíveis.

  2. El camino a la eliminación: un panorama de las enfermedades infecciosas desatendidas en América Latina y El Caribe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Steven Kenyon Ault

    Full Text Available Las enfermedades infecciosas desatendidas (EID afectan, principalmente, a las poblaciones que viven en condiciones aisladas y socioeconómicas de pobreza. Estas enfermedades, por su naturaleza crónica y silenciosa, aquejan con frecuencia a comunidades con voz política débil. Lo anterior se traduce en muy poca atención o prioridad política; lo que se refleja en mínimas e insuficientes acciones de prevención, vigilancia y control. Sin embargo, hay evidencia de que la situación está cambiando favorablemente en algunos países de las Américas. En los últimos años, varias resoluciones (acuerdos oficiales de los países miembros de la Organización Panamericana de la Salud/Organización Mundial de la Salud- OPS/OMS, convenios regionales y mundiales en materia de salud pública, junto a un mayor compromiso por parte de la industria farmacéutica, y otros donantes y socios internacionales, en combinación con el desarrollo y uso de los planes de acción integrados, han permitido que los países intensifiquen las intervenciones públicas hacia el control de estas enfermedades y así alcanzar los objetivos de eliminación de las EID. La oncocercosis, la filariasis linfática, la enfermedad de Chagas, la lepra y la ceguera por tracoma, entre otras, han sido eliminadas en varios países o zonas endémicas, sin importar el nivel de desarrollo del país o área geográfica donde se localizan. La voluntad política reflejada en los recursos financieros suficientes en la próxima década, serán determinantes para lograr los objetivos regionales y nacionales de eliminación de las EID

  3. Fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes com o vírus da hepatite C Risk factors for HIV infection among patients infected with hepatitis C virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Campos Mendonça Silva

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os vírus da imunodeficiência humana e o vírus da hepatite C apresentam fatores de transmissão em comum. Atualmente, há alta freqüência da co-infecção, principalmente em indivíduos usuários de drogas injetáveis e com história de transfusões. O objetivo do estudo foi avaliar os fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. MÉTODOS: Trata-se de estudo epidemiológico do tipo caso-controle, realizado com 118 pacientes (casos infectados pelos vírus HIV e vírus da hepatite C e 233 pacientes (controles infectados somente pelo vírus da hepatite C. Entre janeiro de 1999 a novembro de 2001, os pacientes foram submetidos a questionário sobre características sociodemográficas, profissionais, e principais fatores de risco para infecção pelos vírus. Após descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise univariada, e em seguida à análise de regressão logística para variáveis selecionadas pelo teste da razão da máxima verossimilhança. RESULTADOS: A co-infecção está associada ao sexo feminino (OR=2,89; IC 95%: 1,16-7,08, aos estados civis separado/viúvo (OR=3,91; IC 95%: 1,34-11,35, ao uso pregresso ou atual de drogas ilícitas (OR=3,96; IC 95%: 1,55-0,13 e ao hábito de compartilhar canudos ou seringas (OR=10,28; IC 95%: 4,00-6,42. CONCLUSÕES: Em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C, o sexo feminino é fator de risco para a infecção pelo HIV quando ajustado à variável compartilhar canudos ou seringas. Os estados civis separado/viúvo, uso de drogas ilícitas e hábito de compartilhar canudos ou seringas são, também, fatores associados ao risco para esta co-infecção.OBJECTIVE: Human immunodeficiency virus and hepatitis C virus share the same routes of transmission. Currently, there is a high frequency of co-infection worldwide, especially among users of injectable drugs and in subjects with history of blood transfusions. The aim of

  4. Quantitation of HCV RNA in liver of patients with chronic hepatitis C Quantificação do RNA-HCV no fígado de pacientes com hepatite C crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana de Lôurdes Candolo MARTINELLI

    2000-10-01

    Full Text Available Background/Aims - Liver HCV RNA has been quantitated in few studies and the feasibility and the role of this parameter in the evaluation of patients with chronic HCV hepatitis still warrant study. Our aim was to determine the concentrations of HCV RNA in the liver of chronic HCV patients and to correlate the results with serum viral load. We also studied the relation of levels of HCV RNA in the liver with serum aminotransferases levels and with the presence of cirrhosis. Methods - Twenty patients (14 males, aged 28 to 61 years were studied. Twelve were infected by HCV type 1, six by type 3 and one by type 5. Percutaneous liver biopsy samples were obtained from 14 patients, and the remainder from liver explant in patients undergoing OLT. Twelve had chronic hepatitis and eight cirrhosis. HCV RNA levels were determined by bDNA. Results - HCV RNA levels below the detection limit were found in one liver and in five serum samples. HCV RNA (mean ± SD was 2.1 x 10(8 ± 2.2 x 10(8Eq/gm in the liver and 94 x 10(5 ± 93 x 10(5Eq/mL in serum, with a significant correlation between these values (r = 0.89; P Introdução/Objetivos - Poucos estudos avaliam a quantificação do RNA-HCV no fígado, portanto a praticabilidade e a aplicação desse parâmetro na avaliação de pacientes com hepatite C crônica ainda não estão definidas. O objetivo foi determinar as concentrações do RNA-HCV no fígado de pacientes com infecção crônica pelo vírus C da hepatite e correlacionar os resultados com a carga viral do soro. Foram também estudadas a relação dos níveis de RNA-HCV no fígado com os de aminotransferases no soro e com a presença de cirrose. Métodos - Foram estudados 20 pacientes (14 homens, 28 a 61 anos. A genotipagem do vírus da hepatite C revelou: tipo 1 (12 pacientes, tipo 3 (6 pacientes , tipo 5 (1 paciente. Amostras de fígado foram obtidas por via percutânea em 14 pacientes e de explantes de fígado de pacientes submetidos a transplante em

  5. Identificação das bactérias envolvidas na sepse grave de fêmeas caninas com piometra submetidas a ovário-histerectomia terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tabatha do Amaral Kalenski

    2012-04-01

    Full Text Available A piometra é uma afecção reprodutiva comum que acomete fêmeas caninas, podendo se agravar e progredir para o quadro de sepse grave e choque séptico. A precocidade da instituição da antibioticoterapia é determinante para um melhor prognóstico. O objetivo deste estudo foi avaliar os principais microrganismos envolvidos nos casos de sepse grave em cadelas acometidas por piometra e submetidas à ovário-histerectomia terapêutica, por meio de realização de hemocultura e cultura da secreção uterina e antibiograma. Foram avaliadas 33 fêmeas caninas e o principal agente envolvido com a sepse grave secundária à piometra foi a Escherichia coli, identificada em 57,57% dos casos. Também foram identificados Staphylococcus sp., com incidência de 9,09%, Citrobacter koseri, Enterobacter cloacae, Enterobacter faecalis, Eduardsiella sp., Klebsiella pneumoniae e Streptococcus sp., com 3,03% de frequência cada. Após a realização do antibiograma pelo método de difusão, os antimicrobianos que apresentaram maior eficácia contra as cepas de Escherichia coli foram a gentamicina, a enrofloxacina, a cefalexina e a associação de amoxicilina com ácido clavulânico, nesta ordem. A cultura da secreção uterina foi mais sensível que a hemocultura para identificação do agente microbiano (p<0,0001. A identificação bacteriana é útil para direcionar a antibioticoterapia empírica mais específica, de acordo com o perfil de sensibilidade, minimizando assim o desenvolvimento de resistência, o custo do tratamento e o risco de reações adversas aos antimicrobianos utilizados.

  6. Hepatites B e C em usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV em São Paulo, Brasil Hepatitis B and C among injecting drug users living with HIV in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Mattos Marchesini

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil de usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV/Aids e estimar a prevalência de hepatites B e C nesse grupo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 205 pessoas vivendo com HIV/Aids, usuários de drogas injetáveis em acompanhamento em três unidades de atendimento da rede pública do Município de São Paulo, em 2003. Foi selecionada amostra não-probabilística, obtida de forma consecutiva e voluntária, nos dias em que compareciam para consulta nas unidades de atendimento. Por meio de entrevistas, foram levantados dados pessoais e informações sobre comportamento sexual, uso de drogas e conhecimento de hepatites. Foram realizados testes para detecção da infecção pelos vírus das hepatites B e C. RESULTADOS: Dos entrevistados, 81% eram homens e 19% mulheres, com idade média de 39 anos (dp=6,1 e seis anos de educação formal (dp=2,0. Não havia diferença em relação ao estado marital entre os sexos, 48% eram solteiros, 42% casados e 8% divorciados. A idade média do primeiro uso de tabaco, álcool e drogas ilícitas foi 13, 15 e 18 anos, respectivamente. Prevalências de hepatites B e C foram, respectivamente, de 55% (IC 95%: 49;63 e 83% (IC 95%: 78;88. Antes de usar droga injetável pela primeira vez, 80% dos respondentes não tinham ouvido falar de hepatites B e C. CONCLUSÕES: A alta prevalência de hepatites B e C e o baixo nível de conhecimento sobre a doença justificam a inclusão de esclarecimentos sobre as infecções hepáticas e de vacinação contra hepatite B nas estratégias de redução de danos pelo HIV.OBJECTIVE: To describe the profile of injecting drug users living with HIV/AIDS and estimate hepatitis B and hepatitis C prevalence rates within this group. METHODS: Cross-sectional study conducted with 205 injecting drug users living with HIV/AIDS receiving attention in three public health clinics in the city of Sao Paulo, in 2003. A non-probabilistic sample of volunteers was

  7. Soroepidemiologia para o virus da hepatite B (VHB em gestantes/parturientes e sua transmissão para recém-nascidos em Goiânia, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Divina das Dores P. Cardoso

    1996-08-01

    Full Text Available Foram coletadas, entre março de 1990 e julho de 1992, 1459 amostras sanguíneas de mulheres gestantes/parturientes na cidade de Goiânia-GO, objetivando detecção da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB, através dos marcadores sorológicos AgHBs e anti-HBs. O percentual depositividade encontrado, pelo teste imunoenzimãtico, foi de 7,5%, sendo 0,5%para AgHBs e 7,0%para anti-HBs. A análise efetuada, considerando a faixa etária, mostra que 7 de 8 mulheres AgHBs-positivas pertenciam à faixa etária de até 30 anos, situação semelhante em relação ao anti-HBs(83/101. Das 8 mulheres positivas, 4 tiveram seus recém-nascidos submetidos a tratamento profilático com vacina (Engerix B e imunoglobulina humana anti-hepatite B (HBIG. Além disso, 3 dessas crianças foram analisadas sorologicamente, sendo que uma era AgHBs-positiva ao nascimento. Doença sexualmente transmissível e transfusão sanguínea foram fatores de risco que coirelacionaram significantemente com a infecção. Esses resultados parece-nos reforçar a indicação de triagem à infecção pelo vírus da hepatite B no período pré-natal, assim como a adoção de medidas imunoprofiláticas nas crianças nascidas de mães positivas.In order to detect hepatitis B vírus (HBV, 1459 serum samples from pregnant/parturient women were collected at two public hospitals in Goiânia, GO. These samples were tested by enzyme linked immunosorbent assay forHBsAg and anti-HBs. 109 (7.5% serum samples were positive. Eight (0.5% sera were positive for HBsAg and 101 (7.0% for anti-HBs. Viral positivity for both HBsAg and anti- HBs were observed in women which age ranged from 15 to 30 years. Four newborns from HBsAg positive mothers were submitted to the treatment with HBV vaccine (Engerix B and with hyperimmune gammaglobulin (HBIG - Abbott Laboratories - Brazil. Cord blood from one of the newborns was positive for HBsAg. A positive association was found between hepatitis B and sexually

  8. Vacinação contra a hepatite B entre trabalhadores da atenção básica à saúde Hepatitis B vaccination among primary health care workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2008-05-01

    Full Text Available A vacinação dos trabalhadores da saúde contra a hepatite B é fundamental para evitar a transmissão ocupacional do vírus nas unidades de atenção básica à saúde. Os objetivos deste inquérito epidemiológico foram verificar a prevalência da vacinação completa contra a hepatite B, estimar a prevalência da confirmação da imunidade e investigar os fatores associados à realização do esquema vacinal completo entre trabalhadores de unidades de saúde do Município de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Participaram do estudo 1.249 trabalhadores. A prevalência da vacinação completa contra a hepatite B foi de 64,61% e 29,82% dos trabalhadores indicaram saber que estavam imunizados após a realização de exame sorológico para confirmação da imunidade. Na análise ajustada, a vacinação foi positivamente associada com maior escolaridade e contato com material biológico ou materiais perfurocortantes durante o trabalho, e negativamente associada com regimes de trabalho precários e fumo atual. São recomendadas medidas educativas visando à vacinação daqueles que não o fizeram ou não completaram o esquema vacinal e informação sobre a necessidade do monitoramento da resposta vacinal.Health care workers' immunization against hepatitis B is an essential measure to avoid occupational transmission of hepatitis B virus at primary health care centers. The aims of this study were to investigate the prevalence of complete-series vaccination against hepatitis B, estimate the prevalence of confirmed immunity, and verify the factors associated with complete-series vaccination among primary health care workers in Florianópolis, Santa Catarina State, Southern Brazil. A total of 1,249 primary health care workers participated in this study. The prevalence of complete hepatitis B vaccination was 64.61%, and 29.82% of workers indicated knowing they were immunized after taking a serological test to confirm immunity. In the adjusted

  9. Imunogenicidade da vacina brasileira contra hepatite B em adultos Inmunogenicidad de la vacuna brasilera contra hepatitis B en adultos Immunogenicity of the Brazilian hepatitis B vaccine in adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Cássio de Moraes

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a imunogenicidade e segurança da vacina contra hepatite B, após o aumento na concentração do antígeno HBsAg para 25 μg, em comparação à vacina de referência. MÉTODOS: Ensaio com alocação aleatória e mascaramento simples, comparando a VrHB-IB (Instituto Butantan com a vacina de referência (Engerix B®, Glaxo Smith Kline. Os voluntários, entre 31 e 40 anos de idade (n=419, foram alocados aleatoriamente ao grupo experimental (n=216 ou ao grupo controle (n=203, e receberam três doses de vacina. A primeira dose foi administrada no momento do recrutamento, a segunda e terceira 30 e 180 dias depois respectivamente, entre 2004 e 2005. Amostras de sangue foram colhidas para análise sorológica antes da randomização, e após a segunda e terceira doses. Foi realizada a vigilância ativa de eventos adversos durante os cinco primeiros dias após a vacinação. As diferenças foram avaliadas pelos testes do qui-quadrado e exato de Fisher, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Não se observaram eventos adversos graves. A soroporteção foi confirmada em 98,6% (213/216 dos voluntários do grupo experimental, em comparação a 95,6% (194/203 do grupo controle. Os títulos geométricos médios foram de 12.557 e 11.673, respectivamente. CONCLUSÕES: A vacina brasileira foi considerada equivalente à vacina de referência e seu uso recomendado para adultos.OBJETIVO: Evaluar la inmunogenicidad y seguridad de la vacuna contra hepatitis B, posterior al aumento en la concentración del antígeno HBsAg para 25mg, en comparación a la vacuna de referencia. MÉTODOS: Ensayo con distribución aleatoria y enmascaramiento simple, comparando la VrHB-IB (Instituto Butantan con la vacuna de referencia (Engerix BÒ, Glaxo Smith Kline. Los voluntarios, entre 31 y 40 años de edad (n=419, fueron distribuidos aleatoriamente en el grupo experimental (n=216 o en el grupo control (n=203, y recibieron tres dosis de la vacuna. La primera

  10. Infecção pelo vírus da hepatite c em pacientes em hemodiálise: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rafael Leão

    2010-03-01

    Full Text Available CONTEXTO: Doentes com doença renal crônica em tratamento hemodialítico apresentam risco aumentado de aquisição do vírus da hepatite C (VHC. Elevadas taxas de prevalência têm sido detectadas em unidades de diálise do mundo inteiro. Estudos recentes têm demonstrado que a infecção pelo VHC interfere de forma negativa na sobrevida dos pacientes em hemodiálise e naqueles submetidos ao transplante renal. OBJETIVOS: Determinar a prevalência e os fatores de risco da infecção pelo VHC em pacientes submetidos a hemodiálise. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal entre janeiro e dezembro de 2007. Neste período, 236 pacientes em hemodiálise foram testados pelo ELISA de terceira geração. Os casos positivos foram submetidos a pesquisa qualitativa do HCV-RNA pelo método de PCR. Consideraram-se como portadores de infecção pelo VHC aqueles pacientes com anti-VHC e HCV-RNA positivos. Dosagens mensais de ALT e a média do valor de 12 meses foram obtidas em 195 pacientes. Do total de pacientes, 208 (88,1% responderam ao questionário padronizado visando a identificação de fatores de risco associados à infecção pelo VHC. RESULTADOS: A prevalência de pacientes anti-VHC positivos encontrada entre os 236 testados foi de 14,8% (35/236; destes, a pesquisa do HCV-RNA foi positiva em 71,6% (25/35. Portanto, a prevalência da infecção crônica pelo VHC foi de 10,6% (25/236 dos pacientes. Pela análise bivariada, os principais fatores de risco associados à infecção pelo VHC foram o tempo de hemodiálise, o número de transfusões de sangue, a realização prévia de diálise peritonial e história de doença sexualmente transmissível. Contudo, após análise multivariada, somente o tempo de hemodiálise e história de doença sexualmente transmissível foram significativamente associados à infecção pelo VHC. Pacientes com mais de 10 anos de hemodiálise apresentaram risco de aquisição do VHC 73,9 (IC de 17,5 a 311,8 vezes maior

  11. Hepatic granulomas in canine visceral leishmaniasis and clinical status Granulomas hepáticos na leishmaniose visceral canina e classificação clínica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.A.P. Sant’Ana

    2007-10-01

    Full Text Available The histopathological description of intralobular hepatic granulomas in animals with a defined clinical status (asymptomatic, oligosymptomatic and symptomatic animals was reported. Seventy-one mongrel dogs naturally infected with Leishmania chagasi were obtained from two Brazilian endemic areas: João Pessoa, PB and Belo Horizonte, MG. The hepatic parasite load was determined and compared to granuloma formation. Liver fragments from all infected animals showed remarkable leishmaniotic granulomatous inflammatory reaction. Granulomas with variable size were constituted by macrophages (parasitized or not with amastigotes of L. chagasi, some epithelioid cells, small numbers of lymphocytes, plasma cells, and rare neutrophils. Asymptomatic dogs had higher numbers of granulomas than oligosymptomatic and symptomatic animals from both geographical regions. However, the average diametric size of granulomas was very heterogeneous in all groups, independently of the geographic region (P>0.05. Parasite tissue load did not show any difference among liver fragments of all animals, especially when considering the defined clinical status and/or their geographic origin.Descreve-se a formação de granulomas hepáticos na leishmaniose canina em animais com classificação clínica definida - assintomáticos, oligossintomáticos e sintomáticos. Setenta e um animais, sem raça definida e naturalmente infectados com Leishmania chagasi, foram obtidos de duas regiões endêmicas brasileiras: João Pessoa, PB e Belo Horizonte, MG. A carga parasitária tecidual foi determinada mediante emprego do Leishmania Donovani Units (LDU e comparada com a formação de granulomas hepáticos. Fragmentos de fígado de todos os animais infectados mostraram reação granulomatosa notadamente leishmaniótica. Granulomas de variáveis tamanhos eram constituídos por macrófagos, parasitados ou não com formas amastigotas de L. chagasi, algumas células epitelióides, pequeno número de

  12. Canine ehrlichiosis: clinical, hematological, serological and molecular aspects Erliquiose canina: aspectos clínicos, hematológicos, sorológicos e moleculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Cristina Higa Nakaghi

    2008-06-01

    écnicas, concluiu-se que a sorologia e a nPCR são testes adequados para a confirmação do diagnóstico da erliquiose canina. Entretanto, os resultados destas técnicas devem sempre ser complementares ao exame clínico e hematológico. A sorologia tem um importante papel nas fases subclínica e crônica da doença, por isso recomenda-se a nPCR para o diagnóstico na fase aguda e, especialmente, para a identificação da espécie de erliquia envolvida.

  13. Retrospective study (1998-2001 on canine ehrlichiosis in Belo Horizonte, MG, Brazil Estudo retrospectivo (1998 a 2001 da erliquiose canina em Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.M. Moreira

    2003-04-01

    . O número de diagnósticos de erliquiose aumentou consideravelmente a partir de 2000, sendo que 24,4% dos casos ocorreram em animais entre 13 e 24 meses de idade na cidade de Belo Horizonte e áreas peri-urbanas, verificando-se maior risco de infecção em animais que residiam em casas. Os sintomas mais freqüentes foram febre, anorexia, apatia, dor abdominal, linfadenopatia e dispnéia. Quanto às alterações hematológicas, 70,3% apresentaram anemia, 50% trombocitopenia e 30% leucopenia e a maioria das infecções por E. canis foi visualizada em monócitos. Os resultados apontam para a necessidade de maior atenção por parte dos clínicos e técnicos para a erliquiose canina uma vez que 35,9% dos cães atendidos com suspeita de hemoparasitoses apresentavam infecções por E. canis ou E. platys.

  14. Denervação capsular percutânea no tratamento da displasia coxofemoral canina Percutaneous hip denervation for the treatment of canine hip dysplasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Selmi

    2009-04-01

    Full Text Available A displasia coxofemoral canina (DCF é uma afecção ortopédica freqüente, comumente dolorosa, decorrente de instabilidade e que leva à doença articular degenerativa. Várias formas de tratamento cirúrgico são descritas, entre elas a denervação capsular a céu aberto. Neste trabalho, é descrita a denervação capsular percutânea e seus efeitos em 92 cães com sensibilidade dolorosa na articulação do quadril atribuída à DCF. Foram avaliados os seguintes aspectos: o grau de claudicação (CLAUD, a dor por escala analógica visual, a perimetria da coxa (PC e os graus máximos de extensão (GME e flexão (GMF passiva do quadril imediatamente antes da cirurgia e aos sete, 15, 30, 180 e 360 dias de pós-operatório (p.o.. Os animais foram pré-medicados e submetidos à anestesia geral inalatória e, posteriormente, a borda acetabular crânio-dorsal foi denervada por meio da introdução percutânea de um pino de Steinman com aproximadamente 4,5mm de diâmetro. A CLAUD e a dor foram analisadas por meio da ANOVA e do teste de Friedman. A PC, a GME e a GMF foram analisadas por meio da ANOVA e do teste de Tukey. Foi observada melhora significativa na CLAUD e dor a partir dos 15 dias de p.o. A GME apresentou aumento significativo já aos 30 dias de p.o., enquanto que a PC apresentou aumento significativo após os 60 dias de p.o. Conclui-se que a denervação capsular percutânea é alternativa cirúrgica eficaz em restabelecer a movimentação do quadril displásico e promove melhora significativa da dor e claudicação.Canine hip dysplasia is a common painfull orthopedic disorder, resulting from articular instability and causing degenerative joint disease. Several treatment options are available, including capsular denervation. This study describes the results of percutaneous capsular denervation in 92 dogs diagnosed with hip dysplasia. Lameness (LAM and pain on palpation (PN were determined using a visual analogue scale (VAS, muscle girth

  15. Infectious endocarditis from Streptococcus bovis associated with colonic carcinoma: case report and literature review Endocardite infecciosa por Streptococcus bovis associada com carcinoma cólico: relato de caso e revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaques Waisberg

    2002-07-01

    Full Text Available BACKGROUND: Many studies in the literature have warned of the need for investigation of colonic lesions among patients, especially elderly ones, who have bacteremia and/or endocarditis from Streptococcus bovis. Bacteremia and infectious endocarditis from Streptococcus bovis may be related to the presence of neoplastic lesions in the large intestine and hepatic disease. AIM: This report describes a patient who presented infectious endocarditis from Streptococcus bovis associated with colonic carcinoma and tubular-villous adenomas. CONCLUSIONS: The finding of this bacterium among patients with septicemia and/or endocarditis is also related to the presence of villous or tubular-villous adenomas in the large intestine. For this reason, complete and detailed investigation of the large intestine must be performed in patients with infectious endocarditis, even in the absence of intestinal symptoms. An increased incidence of this condition or hepatic dysfunction has been reported among patients with infectious endocarditis from Streptococcus bovis. Patients with infectious endocarditis from Streptococcus bovis and normal colonoscopy may be included in the group at risk for developing colonic cancer. The knowledge that there is an association between endocarditis from Streptococcus bovis and carcinoma of the colon has important clinical implications. If the lesion can be discovered at an early stage, curative resection may become possible.RACIONAL: Diferentes estudos na literatura têm alertado para a necessidade de investigação de lesões cólicas entre doentes, especialmente nos mais idosos, que apresentem bacteremia e/ou endocardite por Streptococcus bovis. A bacteremia e a endocardite infecciosa por S. bovis pode estar relacionada à presença de lesões neoplásicas do intestino grosso e a doença hepática. OBJETIVO: Descrição do caso de doente com endocardite infecciosa por S. bovis associada a carcinoma cólico e adenomas t

  16. Trabalhadores de um hospital escola em Fortaleza-CE: exposição cotidiana à hepatite B | Workers in a teaching hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil: daily exposure to hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Gleice da Silveira Mota

    2015-05-01

    Full Text Available Estudo transversal, descritivo, quantitativo, que objetivou analisar os acidentes ocupacionais ocorridos entre os profissionais de saúde envolvendo risco para hepatite B, em um hospital escola, em 2013. Analisaram-se 95 notificações, a maioria (73,7% mulheres, 39 (41,1% técnico/auxiliar de enfermagem. A faixa etária prevalente foi 20 a 39 anos, com 62 (65,3% profissionais. A exposição percutânea ocorreu em 77 (81,1% casos, sendo a agulha com lúmen o principal objeto causador com 35 (36,8% e o sangue o material biológico mais notificado, com 75 (78,9% ocorrências; 81 (83,5% pacientes-fonte eram conhecidos, cinco (5,3% apresentando positividade para o HBsAg; 69 (72,6% profissionais apresentavam esquema vacinal completo para hepatite B. Quanto às condutas pós-acidente, 25 (26,3% foram vacinados e dois (2,1% utilizaram imunoglobulina. Apesar do protocolo do Ministério da Saúde (MS enfatizar a adoção de medidas de biossegurança, acidentes com profissionais ainda ocorrem, aumentando o risco de exposição às doenças veiculadas pelo sangue. -----------------------------------------------------------------------------------------------We aimed to analyze the incidence of occupational accidents involving risk for hepatitis B among healthcare professionals in a teaching hospital in 2013 using a cross-sectional design that incorporated both descriptive and quantitative data. We analyzed 95 occupational accident notifications, with the majority coming from women (73.7% working as a technical or nursing assistant (39; 41.1%. The most prevalent age group was 20–39 years, and most (62; 65.3% were professionals. Percutaneous exposure occurred in 77 (81.1% cases, with the needle lumen as the main delivery object accounting for 35 cases (36.8%. Blood was the most common biological agent, accounting for 75 cases (78.9%. Eighty-one (83.5% were known source patients, with 5 (5.3% testing positive for HBsAg. Furthermore, 69 (72.6% professionals

  17. Indução do padrão citoplasmático em forma de "bastões e anéis" através do tratamento da hepatite C: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariano Felisberto

    2015-04-01

    Full Text Available Paciente do sexo feminino, queixando-se de astenia e dor em hipogastro, foi admitida no pronto-socorro do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP. Durante a anamnese relatou tratamento de infecção crônica pelo vírus da hepatite C (VHC com inteferon peguilado e ribavirina. Dentre os exames laboratoriais solicitados, a pesquisa de autoanticorpos contra antígenos celulares (PAAC-HEp-2, conhecido tradicionalmente como fator antinúcleo (FAN, apresentou fluorescência em forma de bastões e/ou anéis no citoplasma das células. Esse padrão é caracterizado por bastões de 3-10 µm e anéis com 2-5 µm de diâmetro espalhados através do citoplasma da célula. Portanto, esse novo padrão tem sido designado como "bastões e anéis" (traduzido do inglês: Rods and Rings, RR. O alvo antigênico dessa reação foi identificado como inosina-5'-monofosfato desidrogenase tipo 2 (IMPDH2 que é uma enzima chave na síntese de nucleotídeos púricos. A enzima IMPDH2 agregada ou modificada em forma de RR nos pacientes tratados com ribavirina pode tornar-se antigênica e induzir uma resposta autoimune. É possível que o interferon alfa estimule a ocorrência de reatividade anti-RR aparentemente induzida pela ribavirina. Até o momento não se sabe por que o padrão RR em células HEp-2 ocorrem apenas em uma fração de pacientes portadores do VHC. Os dados apresentados em trabalhos anteriores possibilitam afirmar que esses anticorpos associados ao padrão RR estão fortemente relacionados com o tratamento da hepatite C. Além disso, pode-se afirmar que a ocorrência de reatividade anti-RR é promovida pela terapia combinada com interferon alfa e ribavirina.

  18. High prevalence of hepatitis B virus among female sex workers in Nigeria Alta prevalência de hepatite pelo vírus B entre trabalhadoras do sexo feminino na Nigéria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Forbi

    2008-08-01

    Full Text Available Hepatitis B virus (HBV infection is endemic in Nigeria and constitutes a public health menace. The prevalence of HBV infection in many professional groups has been described in Nigeria. However, literature on HBV infection among female sex workers (FSW in Nigeria is scanty. FSW in Nigeria are not subjected to a preventive control of HBV infection. This study assesses the extent of spread of HBV among FSW in Nigeria. Seven hundred and twenty (n = 720 FSW (mean age = 26.7 years were tested for hepatitis B surface antigen (HBsAg by a double antibody sandwich ELISA method. The overall HBV prevalence among the FSW was 17.1%. FSWs between the ages of 31-35 year (20.5% and those with 'age-at-first-sex' below 10 years of age (28% were most affected. This high prevalence of a vaccine preventable disease is unacceptable, therefore, vaccination of this high risk HBV reservoir group should be considered worthwhile.A hepatite pelo vírus B (HBV é infecção endêmica na Nigéria e constitui problema de saúde pública. A prevalência da infecção HBV em muitos grupos profissionais foi descrito na Nigéria. No entanto, a literatura da infecção HBV entre trabalhadoras do sexo feminino (FSW na Nigéria é escasso. FSW na Nigéria não são submetidas a um controle preventivo de infecção de HBV. Este estudo avalia a extensão da disseminação de HBV entre FSW na Nigéria. Setecentos e vinte (n = 720 FSW (média de idade = 26,7 anos foram testadas para antígeno de superfície da hepatite B (HBsAg pelo método ELISA usando sandwich de duplos anticorpos. A prevalência total de HBV entre o FSW foi 17,1%. FSWs entre as idades de 31-35 anos (20,5% e abaixo de 10 anos de idade (28% foram mais afetadas. Esta alta prevalência de doença evitável pela vacinação é inaceitável, portanto, vacinação deste grupo de alto risco de HBV deve ser considerada fundamental.

  19. Hepatitis B vaccine - proposal for a standardized assessment of immune response Vacinação contra Hepatite B - proposta de padronização da avaliação da resposta imunológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia G. Ferraz

    1992-04-01

    Full Text Available The authors developed a comparative study of the various methods of assessment of immune response to Hepatitis B vaccine. Eighty-six health care professionals underwent a vaccination programme with three doses of plasma-derived vaccine against Hepatitis B (H-B-Vax, Merck, Sharp & Dohme given intra-muscularly. Assessment of immune response was carried out three months after the end of the programme, by radioimmunoassay (RIA and enzymeimmunoassay (EIA. The results showed that the semi-quantitative assessment of Anti-HBs antibodies by RIA or EIA was perfectly comparable to the reference method (quantitative determination of antibodies by RIA. In view of these findings, the authors suggest a standardization of assessment of immune response to the vaccine, thus permitting correct planning of booster doses and easier comparison between different studiesOs autores realizaram estudo comparativo dos diferentes métodos de avaliação da resposta à vacina contra hepatite B. Foram estudados 86 indivíduos, profissionais da área de saúde, que foram submetidos a esquema de vacinação com três doses de vacina plasmática contra hepatite B (H-B-Vax, Merck, Sharp & Dohme, aplicadas por via intramuscular. A avaliação da resposta imunológica à vacina foi realizada três meses após o término do esquema, através tanto de radioimunoensaio como enzimaimunoensaio. Os resultados obtidos demonstraram que a avaliação semi-quantitativa dos anticorpos anti-HBs por enzimaimunoensaio é perfeitamente superponível ao método de referência, que é a determinação quantitativa de anticorpos por radioimunoensaio. Tendo em vista estes achados, os autores propõem uma padronização da avaliação da resposta à vacina, com o objetivo de predizer a ocasião das doses de reforço e tornar os diferentes estudos comparáveis entre si

  20. Celiac disease onset after pegylated interferon and ribavirin treatment of chronic hepatitis C Doença celíaca após tratamento de hepatite C crônica com interferon peguilado e ribavirina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elson V. Martins Jr.

    2004-06-01

    Full Text Available AIM: Report of a case of a woman patient who developed celiac disease after pegylated interferon alpha-2a and ribavirin use for chronic hepatitis C. PATIENT AND METHOD: A 34-year-old woman with chronic hepatitis C, genotype 3, receiving pegylated interferon alpha-2a and ribavirin for 6 months, developed progressive malaise and anemia 6 months after the end of treatment. RESULT: Additional investigation revealed duodenal villous atrophy and positivity for anti-endomysium and anti-gliadin antibodies. Celiac disease diagnosis was performed and symptoms and laboratory abnormalities improved after gluten-free diet. CONCLUSION: Celiac disease must be ruled out in patients with malabsorption complaints in or after interferon (or pegylated interferon therapy. Screening for celiac disease with detection of anti-endomysium antibodies would be done in susceptible patients.OBJETIVO: Relatar caso de doença celíaca ocorrendo após uso de interferon peguilado e ribavirina em paciente com hepatite C crônica. PACIENTE E MÉTODO: Mulher de 34 anos com hepatite C crônica, genótipo 3, tratada com interferon peguilado alfa-2a e ribavirina durante 6 meses, desenvolveu quadro de astenia e anemia após 6 meses do término do tratamento. RESULTADO: Investigação complementar revelou atrofia vilositária à biopsia duodenal e detecção de anticorpos anti-endomísio e anti-gliadina, realizando-se diagnóstico de doença celíaca. Dieta isenta de glúten foi instituída, observando-se boa resposta clínica e laboratorial. CONCLUSÃO: Doença celíaca deve ser afastada em pacientes com quadro de má absorção durante ou após uso de interferon (ou interferon peguilado. Rastreamento de doença celíaca através da realização de anticorpo anti-endomísio pode ser considerado em populações susceptíveis.

  1. Co-infecção HIV e vírus da hepatite B: prevalência e fatores de risco HIV and hepatitis B virus co-infection: prevalence and risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milta Gomes de Souza

    2004-10-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva estimar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e analisar possíveis fatores de risco em 401 pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana, atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Os participantes responderam a um questionário que visava levantar variáveis gerais e fatores de risco para hepatite B. Os resultados dos exames sorológicos para os marcadores HBsAg, anti-HBcAg total, anti-HBsAg e anti-HCV foram obtidos dos prontuários dos pacientes. A prevalência global dos marcadores para o HBV foi 40,9%, com valores de 8,5% para o HBsAg, 39,7% para o anti-HBcAg total e de 5,5% para o anti-HBsAg. As variáveis que mostraram associação com a infecção pelo HBV foram: idade, nível superior de escolaridade, antecedente de icterícia, tempo passado como presidiário, existência de parceiro homossexual e positividade para o anti-HCV. A co-infecção HBV/HCV esteve presente em 20,4% dos participantes deste estudo.The objective of this study was to assess the prevalence of hepatitis B virus and possible risk factors for this disease in 401 patients infected with the human immunodeficiency virus, followed at the University Hospital of the Ribeirão Preto Medical School, São Paulo State University. Each participant was submitted to a specific questionnaire and had a blood sample tested for the serologic markers HBsAg, total anti-HBcAg, anti-HBsAg and anti-HCV, using ELISA technique. The overall prevalence of hepatitis B markers was 40.9%, with 8.5% for HBsAg, 39.7% for total anti-HBcAg and 5.5% for anti-HBsAg. The variables that showed association with HBV were: age, higher education level, history of jaundice, time spent in prison, having a homosexual partner and positive markers for anti-HCV. Co-infection HBV/HCV was present in 20.4% of the participants.

  2. Caracterização etiológica e clínica das neurites ópticas infecciosas Etiological and clinical characteristics of infectious optic neuritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Lana-Peixoto

    1997-06-01

    Full Text Available As neurites ópticas infecciosas (NOI foram estudadas em relação aos aspectos etiológicos, epidemiológicos e clínicos, com o intuito de detectar características que possam diferencia-las das neurites ópticas desmielinizantes (NOD, que apresentam nítida tendência para conversão em esclerose múltipla. Entre 105 casos de NOI, 51 não apresentavam qualquer evidência de envolvimento da coróide ou retina e poderiam ser confundidos com NOD. Envolvimento bilateral foi encontrado em 23 pacientes (45,1%, sendo simultâneo em 18 (78,3% casos. A relação entre sexos foi 2M: IF. As idades variaram ente 1 a 82 anos, com mediana de 34,8 anos. Um terço dos pacientes tinha idades até 20 anos, e em um terço dos pacientes as idades eram igual ou maior que 50 anos. Sífilis foi encontrada em 19 pacientes sendo a causa mais comum das NOI, enquanto infecções virais diversas foram responsabilizadas em 41,2%. A acuidade visual foi gravemente afetada na maioria dos casos, sendo pior que 20/200 em 57,3% dos olhos acometidos. Distúrbios da visão cromática foram encontrados em 91,8%, enquanto o exame do campo visual revelou anormalidades em 92,6% dos olhos, predominando os defeitos centrais (40,7%. O disco óptico estava anormal em 90,5% dos olhos examinados, sendo atrofia óptica o principal achado fundoscópico. O presente estudo demonstra que a maior tendência a bilateralidade e simultaneidade das NOI, sua maior prevalência no sexo masculino, na infância e em adultos após os 50 anos de idade, assim como a maior severidade do comprometimento das funções visuais diferem substancialmente das características relatadas nas NOD. O conhecimento destas diferenças pode auxiliar na diferente abordagem terapêutica e prognostica das duas distintas condições.Fifty-one patients with infectious optic neuritis (ION with no associated choroidal or retinal involvement were studied in relation to the etiologic agents, and to the epidemiological and

  3. Dermatite infecciosa associada ao HTLV-I (DIH infanto-juvenil e do adulto Infective dermatitis associated with the HTLV-I (IDH in children and adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Achiléa L Bittencourt

    2005-12-01

    Full Text Available A dermatite infecciosa associada ao HTLV-I (DIH é um tipo de eczema infectado e recidivante que incide em crianças que adquirem verticalmente a infecção pelo HTLV-I. Inicia-se após os 18 meses de idade. No entanto, existe relato recente de início na vida adulta. As lesões são eritemato-descamativas, infectadas e freqüentemente crostosas. Localizam-se, com maior freqüência, no couro cabeludo, regiões retroauriculares, pescoço e região inguinal, mas podem ser generalizadas. Vêem-se também físsuras retroauriculares, pápulas eritêmato-descamativas e foliculares. Prurido discreto a moderado, secreção nasal crônica e blefaroconjutivite podem ser observados. A DIH sempre se associa à infecção por Staphylococcus aureus e/ou Streptococcus beta hemoliticus. O diagnóstico diferencial clínico deve ser feito com as dermatites atópica e seborréica e, do ponto de vista anatomopatológico, com a psoríase e o linfoma cutâneo de células T. São discutidos os aspectos clínico-imunopatológicos, o diagnóstico diferencial e a evolução da DIH. Considerando a freqüência da DIH em Salvador, aconselha-se que seja feita sorologia para o HTLV-I em todos os casos de eczema severo em crianças e que essa possibilidade diagnóstica também seja considerada em adultos.Infectious dermatitis associated with HTLV-I (IDH is a form of infected and recurrent dermatitis which affects children vertically infected with HTLV-I. IDH starts after 18 months of age. The lesions are erythematous-scaly and frequently crusty and are more frequently located on the scalp and on the retroauricular regions, but the lesions may be generalized. Pustules, erythematous-scaly and follicular papulae and retroauricular fissures may also be observed. Children present mild to moderate pruritus, lesions in the nostrils, and blepharoconjunctivitis. IDH is always associated with Staphylococcus aureus infection and/or Streptococcus beta haemolyticus infection. The

  4. International collaboration to protect health workers from infectious diseases in Ecuador Colaboración internacional para proteger al personal sanitario de las enfermedades infecciosas en Ecuador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marie-Claude Lavoie

    2010-05-01

    Full Text Available The Healthy Hospital Project, an international collaboration, aimed to strengthen Ecuador's capacity to promote healthier and safer hospitals by reducing occupational transmission of infectious diseases. Team members conducted a needs assessment to identify workplace hazards and health risks in three hospitals. A survey of health care workers' knowledge and practices of occupational health (OH and infection control (IC revealed positive practices such as a medical waste disposal program and widespread dissemination of health information. Challenges identified included a high frequency of recapping needles and limited resources for workers to apply consistent IC measures. The survey revealed underreporting of needlestick injuries and limited OH and safety (OHS training. Therefore, project collaborators organized a training workshop for health care workers that aimed to overcome the identified obstacles by integrating interdisciplinary local, national, and international stakeholders to build capacity and institutionalize work-related infection prevention and control measures. The knowledge transferred and experience gained led to useful hospital-based projects and serves as a basis for implementation of other OHS projects nationwide. International interdisciplinary, interinstitutional collaboration in OHS and IC can build capacity to address OHS concerns in health care.El objetivo del Proyecto Hospitales Saludables, resultado de una colaboración internacional, fue fortalecer la capacidad del Ecuador de promover hospitales más saludables y seguros al reducirse la transmisión ocupacional de las enfermedades infecciosas. Los miembros del equipo realizaron una evaluación en tres hospitales para detectar los peligros y los riesgos para la salud en el lugar de trabajo. Tras llevar a cabo una encuesta de conocimientos y prácticas de los trabajadores sanitarios en lo que se refiere a salud ocupacional y control de infecciones, se encontraron aspectos

  5. CISTICERCOSE (Cysticercus cellulosae CANINA GENERALIZADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eulógio Carlos Queiroz de Carvalho

    2006-10-01

    Full Text Available O complexo teníase-cisticercose tem enorme repercussão na saúde pública, não só no Brasil, mas também em várias regiões do mundo consideradas em desenvolvimento, corroborando, para tal, o baixo nível socioeconômico e cultural da população. O exame pos mortem de um cão errante (Canis familiaris sem história clínica, adulto, cedido para estudo às Faculdades Integradas do Planalto Central(FIPLAC, revelou lesões císticas disseminadas por todas as musculaturas estriadas cardíaca e esquelética. As lesões, que impressionavam pelo grande número, eram do estroma, continham líquido sob tensão e, transparentes, deixavam ver uma formação interna e opaca. Num exame microscópico “a fresco”, e por inclusão em parafina e colo-ração pela hematoxilina e eosina, essa formação possibilitou a caracterização de uma estrutura parasitária com quatro ventosas e uma coroa dupla de ganchos, estrutura própria do escólice do Cysticercus cellulosae, forma larvar da Taeniasolium. Embora um comprometimento de sistema nervoso tenha sido observado por outros autores, não se observaram tais lesões neste trabalho. PALAVRAS-CHAVE: Cysticercus cellulosae, cisticercose, canino, saúde publica.

  6. Estimativa de populações canina e felina domiciliadas em zona urbana do Estado de São Paulo Estimate of the owned canine and feline populations in urban area in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Augusto Dias

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Dada a importância do conhecimento acerca da população de cães e gatos domiciliados para o adequado planejamento e avaliação das ações de controle da raiva em áreas urbanas, propõe-se a utilização de um valor preciso de estimativa dessas populações com base em indicadores populacionais humanos. MÉTODOS: Foi calculada a razão entre as populações humana e animal (canina e felina por meio de inspeções domiciliares, no Município de Taboão da Serra, SP. O município foi dividido em duas áreas homogêneas distintas socioeconomicamente, de acordo com o algoritmo da média k, de modo a permitir a comparação das razões homem:animal (cão e gato das áreas homogêneas. RESULTADOS: A razão entre a população humana e a população canina foi 5,14 e a entre a humana e a felina foi 30,57. Não foi observada diferença significativa ao comparar-se as razões entre as populações humana e animal das áreas homogêneas. CONCLUSÕES: A adoção de uma metodologia de estimativa populacional canina e felina domiciliada, baseada em indicadores populacionais humanos, é a mais indicada e facilmente exeqüível quando comparada ao censo canino.OBJECTIVE: Given the importance of assessing owned dog and cat populations to adequate planning and evaluation of rabies control measures in urban areas, it is proposed the use of an estimate of these populations based on human population parameters. METHODS: The ratio between human population and owned animal (dogs and cats population was calculated in the municipality of Taboão da Serra, state of São Paulo, Brazil. This municipality was divided into two distinct social and economic homogeneous areas through k-mean algorithm, allowing for comparison between the ratios of the two homogeneous areas. RESULTS: A 5.14 ratio was calculated for human and dog populations and a 30.57ratio for human and feline populations. A significant difference was not observed when comparing the ratios for

  7. A importância do perfil clínico-laboratorial no diagnóstico diferencial entre malária e hepatite aguda viral Importance of clinical and laboratory profiles for the differential diagnosis of malaria and acute viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cacyane Naiff do Amaral

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Destacar o perfil clínico-laboratorial de malária e hepatite aguda viral em dois grupos de crianças, ressaltando semelhanças e diferenças entre os dois quadros; subsidiar o aumento da sensibilidade clínica de presunção diagnóstica precoce de malária na infância. MÉTODOS: Foram estudados dois grupos de 30 crianças, de dois a dez anos de idade, portadoras de primo infecção malárica ou hepatite viral aguda, confirmados pela pesquisa de plasmódio e pesquisa de marcadores virais de hepatite A e B. As crianças foram submetidas às seguintes avaliações no primeiro dia de atendimento: hemograma, contagem de plaquetas, dosagem de enzimas hepáticas, uréia, creatinina e bilirrubinas. Os achados clínicos e laboratoriais foram descritos e comparados entre os dois grupos. Proporções de indivíduos com exames físicos alterados foram comparadas nos dois grupos, pelo teste exato de Fisher. RESULTADOS: A apresentação clínica inicial da doença foi semelhante em todos os pacientes: febre, cefaléia, sintomas digestivos e colúria. Metade dos portadores de malária não apresentou a tríade clássica, apesar de todos terem apresentado febre moderada ou alta, ao contrário dos portadores de hepatite. Na avaliação laboratorial, os portadores de malária apresentaram mais anemia e plaquetopenia quando comparados aos portadores de hepatite. Foram marcantes, nos portadores de hepatite, as elevações de bilirrubinas e enzimas hepáticas. CONCLUSÕES: A propedêutica detalhada e a avaliação criteriosa dos exames laboratoriais inespecíficos constituem peças fundamentais para a diferenciação clínica entre os dois diagnósticos, reforçando a identificação precoce do parasita e, conseqüentemente, o tratamento rápido de malária em crianças.OBJECTIVE: To establish clinical and diagnostic findings of malaria and acute viral hepatitis in children, stressing similarities and differences, so as to enhance the sensitivity of

  8. Autoantibodies before, during and after administration of recombinant interferon-alpha for chronic viral hepatitis Estudo dos auto-anticorpos nas Hepatites virais crônicas B e C antes, durante e após tratamento com Interferon-alfa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmundo P.A. Lopes

    1995-10-01

    Full Text Available This study was undertaken to investigate the presence of autoantibodies in patients with chronic viral hepatitis B and C, before, during and after interferon-alpha (IFN-alpha therapy and to study their relation to dose and type of IFN-alpha and response to treatment. Fifty patients with chronic hepatitis were divided in two groups, a control-group of 21 patients (10 type B and 11 type C who were followed for 6 months without treatment and an IFN-group consisting of 29 patients (8 type B and 21 type C who received IFN therapy for 6 months. Serum samples were tested for a range of antibodies at the start of the study, during therapy and at the end of the 6 month period. Antibodies tested for included: antinuclear, smooth muscle, antimitochondrial, parietal cell and thyroid microsomal. Four (8% of the total patient group had autoantibodies at the beginning of the study (two in each group. During the follow-up period no patient in the control group developed antibodies compared with 3 (11% patients in the treatment group. Autoantibodies developed in patients treated with higher doses of IFN and were found in those patients who tended to show a poor response to IFN-therapy. Further studies are needed to establish the relationship between poor response to IFN-alpha and development of autoantibodies.Este estudo teve como objetivo avaliar a presença de auto-anticorpos em pacientes com hepatite crônica pelos vírus B e C, antes, durante e após tratamento com interferon-alfa (IFN-alfa, assim como estudar a relação destes anticorpos com o tipo de IFN, com a dose e com a resposta terapêutica. Cinqüenta pacientes com hepatite viral crônica foram divididos em 2 grupos: grupo-controle constituído por 21 pacientes (10 hepatites B e 11 hepatites C, que foram seguidos durante 6 meses sem tratamento e grupo-IFN constituído por 29 pacientes (8 hepatites B e 21 hepatites C, que receberam IFN-alfa durante 6 meses. Anticorpos antinúcleo, antimúsculo liso

  9. Reconstrucción de la válvula pulmonar en un paciente afectado de endocarditis infecciosa. A propósito de una nueva técnica quirúrgica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco J. Vázquez-Roque

    2015-05-01

    Full Text Available La endocarditis sobre válvula pulmonar aislada es extremadamente infrecuente. Presentamos el caso un adolescente de 15 años, portador de una comunicación interventricular y endocarditis infecciosa sobre válvula pulmonar, en que luego de 8 semanas de tratamiento médico fue necesario intervenir quirúrgicamente por presentar grandes vegetaciones en los velos pulmonares, algunas pediculadas, e insuficiencia pulmonar severa. En nuestro país, en ese momento no teníamos válvulas biológicas, por lo que decidimos reconstruir la válvula pulmonar con pericardio autólogo fresco. Ocho meses después, el paciente mantiene una evolución clínica, hemodinámica y ecocardiográfica satisfactoria.

  10. Patogenia comparada de duas amostras brasileiras do vírusda bronquite infecciosa das galinhas (BIG) em aves gnotobióticas (GN) e isentas de patógenos (SPF)

    OpenAIRE

    José Sergio de Resende

    1983-01-01

    Patogenia comparada de duas amostras brasileiras do vírus da bronquite infecciosa das galinhas (BIG) em aves gnotobióticas (GN) e isentas de patógenos (SPF). Algumas características biológicas de duas amostras brasileiras do vírus da BIG foram estudadas em aves GN e SPF. As aves GN e SPF apresentaram sintomas clínicos, lesões macroscópicas e resposta sorológica diferentes, e lesões histológicas semelhantes, quando expostas a l04.8DlE50 da amostra 208 e 105.0DIE50 da amostra 29-78 do vírus da ...

  11. Aspectos epidemiológicos da Leishmaniose Visceral humana e canina em municípios pertencentes à Superintendência Regional de Saúde de Diamantina, Minas Gerais, Brasil (2007-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Luiz URSINE

    2016-05-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo identificar as áreas de ocorrência e avaliar aspectos epidemiológicos da Leishmaniose Visceral humana e canina nos 33 municípios pertencentes à Superintendência Regional de Saúde de Diamantina no período de 2007 a 2012. Foram coletados dados de notificação dos casos de Leishmaniose Visceral humana, disponibilizados no Sistema de Informação de Agravos e de Notificação, e dados de exames sorológicos provenientes de inquéritos caninos registrados em livros da Superintendência Regional de Saúde de Diamantina. No período avaliado foram notificados 79 casos da Leishmaniose Visceral humana, sendo a ocorrência mais comum entre pessoas com idade inferior a 10 anos e igual ou acima de 60 anos, do sexo masculino, residentes em áreas rurais. Araçuaí foi o município que apresentou maior número de notificações da Leishmaniose Visceral humana, sendo classificado como área de transmissão intensa. Quanto à Leishmaniose Visceral canina, 17 municípios enviaram amostras de sangue para realização dos exames e todos apresentaram pelo menos um cão soropositivo. Foi verificado que alguns municípios notificaram a Leishmaniose Visceral em humanos e em cães, outros, notificaram a infecção apenas em cães ou em pessoas e ainda, municípios que não apresentaram nenhuma notificação no período avaliado. Entre os municípios estudados foi possível observar a condução diferenciada da vigilância da Leishmaniose Visceral. Sendo atualmente responsabilidade direta da esfera municipal, cabe ao nível regional orientar e fiscalizar os gestores nas ações de controle de acordo com a situação epidemiológica.

  12. Leishmaniose tegumentar americana canina em municípios do norte do Estado do Paraná, Brasil Canine American cutaneous leishmaniasis in municipalities of northern Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Donizeti Zanzarini

    2005-12-01

    Full Text Available A leishmaniose tegumentar americana (LTA é endêmica no norte do Estado do Paraná, Brasil, afetando tanto o homem como os cães. O objetivo deste trabalho foi estudar a ocorrência da doença na população canina em áreas endêmicas de LTA. No período de setembro de 1999 a julho de 2002, foram investigados cães em sete localidades rurais de cinco municípios onde ocorreram casos humanos autóctones da doença, utilizando métodos parasitológicos e sorológicos. Dos 67 cães estudados, 14 (20,9% tinham lesões sugestivas de LTA, dos quais 3 (21,4% estavam infectados por Leishmania sp. Trinta e sete (55,2% cães apresentaram imunofluorescência indireta positiva para Leishmania (Viannia braziliensis. Os resultados mostram a ocorrência simultânea de leishmaniose humana e canina e indicam a necessidade de estudos adicionais para esclarecer o papel do cão no ciclo de transmissão do parasito nessas áreas.American cutaneous leishmaniasis (ACL is an endemic disease in northern Paraná State, where it affects humans and dogs. This study aimed to verify the occurrence of the canine disease in ACL endemic areas. From September 1999 to July 2002, dogs were investigated in 7 rural areas of 5 municipalities where autochthonous human cases of ACL had been reported. Parasitological and serological methods were used. Fourteen of 67 dogs studied (20.9% had lesions suggestive of ACL, of which 3 (21.4% were infected with Leishmania sp. Indirect immunofluorescence for Leishmania (Viannia braziliensis was positive in 37 (55.2% of 67 dogs. The results showed that human and canine ACL occur simultaneously and indicate the need for additional studies to elucidate the role of dogs in the ACL transmission cycle in the area studied.

  13. Queratitis infecciosa no viral: factores predisponentes, agentes etiológicos y diagnóstico de laboratorio Non viral infectious keratitis: predisposing factors, etiologic agents and laboratory diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico Nicola

    2005-12-01

    Full Text Available Las queratitis infecciosas poseen una elevada morbilidad, poniendo en riesgo la visión en casos graves. Dada la eficaz protección que brinda el epitelio corneal, para que ocurra una infección se requiere la presencia de factores condicionantes. El principal predisponente para las queratitis infecciosas es el uso de lentes de contacto, seguido por traumatismos y cirugías oculares y luego diversas afecciones locales o generales. Los agentes etiológicos abarcan una enorme diversidad de microorganismos, incluyendo bacterias, micobacterias, virus, hongos y parásitos. Para poder instaurar un tratamiento acotado se necesita un diagnóstico etiológico, lo que requiere una correcta toma de muestra y un exhaustivo análisis microbiológico.Infectious keratitis cause significant morbidity and, if it is not promptly and appropriately treated, can lead to severe ocular disability. Almost all cases of keratitis are associated to predisposing conditions. In occident, the main risk factor is contact lens wear, but previous ocular surgery or trauma are also important, as well as various ocular surface diseases. An enormous diversity of etiologic agents for infectious keratitis exist, including virus, bacteria, mycobacteria, fungi and parasites. This review provides literature and personal based information about main predisposing factors, etiologic agents and pathophysiology of infectious keratitis, excluding those of viral origin. Focus is made on microbiologic procedures, describing stains and media that should be used, and highlighting their utility. A special mention on particular situations is made, including laboratory diagnosis of Acanthamoeba keratitis, utility of lens cases analysis, keratitis in patients with previous treatment, as well as molecular biology techniques described in ophthalmology.

  14. DIFERENCIAÇÃO ENTRE OS VÍRUS DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA (BHV-1 E HERPESVÍRUS DA ENCEFALITE BOVINA (BHV-5 COM ANTICORPOS MONOCLONAIS Monoclonal antibody differentiation between bovine herpesviruses type 1 and 5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Michel Roehe

    1997-01-01

    Full Text Available Amostras de herpesvírus bovinos (BHV tipo 1 (Virus da Rinotraqueíte Infecciosa Bovina/Vulvovaginite Pustular Infecciosa; BHV-1 e tipo 5 (Herpesvírus da Encefalite Bovina; BHV-5 tiveram seu perfil de reatividade analisado em testes de imunoperoxidase frente a um painel composto por cinco anticorpos monoclonais (AcM produzidos contra antígenos de BHV-1. Um dos AcM reconheceu todas as amostras de BHV examinadas. Os quatro AcM restantes reconheceram somente amostras de BHV-1. Todas as amostras isoladas de casos de encefalites (BHV-5 apresentaram um padrão de reação distinto daquelas isoladas de outros síndromes associados à infecção pelo BHV-1. Os resultados obtidos indicam que os AcM avaliados permitem a diferenciação entre amostras de BHV-1 e BHV-5, havendo perfeita correlação entre os quadros clínicos observados com os perfis de reatividade obtidos in vitro.Bovine Herpesviruses (BHV type 1 (BHV-1 and type 5 (BHV-5 were analysed by immunoperoxidase staining with a panel of monoclonal antibodies (Mabs prepared against BHV antigens. One of the Mabs recognized all BHV isolates tested. The remainder four mabs recognized only BHV-1 samples, including standard laboratory strains. All isolates associated with clinical cases of encephalitis (BHV-5 displayed a pattern of reactivity distinct from that of viruses isolated from syndromes associated with BHV-1 infections. The results obtained indicate that such Mabs allowed the differentiation between BHV-1 and BHV-5, with a perfect correlation between the clinical pictures and the patterns of reactivity in vitro.

  15. Marcadores sorológicos das hepatites B e C em doadores de sangue do Hemocentro de Ribeirão Preto, SP Hepatitis B and C serologic markers in blood donors of the Ribeirão Preto Blood Center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanderléia Bárbaro Valente

    2005-12-01

    Full Text Available Este estudo envolveu 25.891 doadores de sangue que compareceram pela primeira vez ao Hemocentro de Ribeirão Preto, entre 23/06/1996 e 22/06/2001. Seu objetivo foi estudar a positividade de marcadores sorológicos das hepatites B e C em testes de triagem e estimar a prevalência de infecção atual ou pregressa pelos vírus de ambas as hepatites, através da análise dos resultados de testes confirmatórios. Estudaram-se dados do Hemocentro e do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina, coletando-se informações referentes ao doador e aos resultados dos testes sorológicos. A população foi composta majoritariamente por homens (83,6% de 26 a 45 (64% anos de idade. Os valores de positividade nos testes da triagem foram 0,6% (IC95%: 0,54 0,72 para o HBsAg e 1,2% (IC95%: 1,02 1,28, para o anti-HCV. Os valores da prevalência, nos testes confirmatórios, foram 0,2% (IC95%: 0,16 0,28, para a hepatite B, e 0,3% (IC95%: 0,24 0,38 para a hepatite C.The investigation involved 25,891 blood donors who attended for the first time the Blood Center of Ribeirão Preto, Brazil, between Jun 23, 1996 and Jun 22, 2001. The objective was to study the proportion of positive serological markers for hepatitis B and C at the initial screening tests and to estimate the prevalence of such infections through the analysis of confirmatory tests, carried out at the University Hospital as a part of the patients evaluation. Data from the donors and laboratory results were obtained from the records of both the Blood Bank and the Hospital. The population of donors was mainly composed by males (83.6% and by individuals between 26 and 45 (64% years of age. The proportions of positive results in screening tests were 0.6% (CI95%: 0.54 0.72 for HBsAg and 1.2% (CI95%: 1.02 1.28 for anti-HCV. Confirmatory testes showed values of prevalence of 0.2% (CI95%: 0.16 0.28 for hepatitis B and 0.3% (IC95%: 0.24 0.38 for hepatitis C.

  16. Methodology of a nationwide cross-sectional survey of prevalence and epidemiological patterns of hepatitis A, B and C infection in Brazil Metodologia de um estudo de inquérito nacional da prevalência e de padrõesa epidemiológicos das hepatites A, B e C no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Arraes de Alencar Ximenes

    2010-09-01

    Full Text Available A population-based survey to provide information on the prevalence of hepatitis viral infection and the pattern of risk factors was carried out in the urban population of all Brazilian state capitals and the Federal District, between 2005 and 2009. This paper describes the design and methodology of the study which involved a population aged 5 to 19 for hepatitis A and 10 to 69 for hepatitis B and C. Interviews and blood samples were obtained through household visits. The sample was selected using stratified multi-stage cluster sampling and was drawn with equal probability from each domain of study (region and age-group. Nationwide, 19,280 households and ~31,000 residents were selected. The study is large enough to detect prevalence of viral infection around 0.1% and risk factor assessments within each region. The methodology seems to be a viable way of differentiating between distinct epidemiological patterns of hepatitis A, B and C. These data will be of value for the evaluation of vaccination policies and for the design of control program strategies.Um inquérito de base populacional foi conduzido na população urbana de todas as capitais e do Distrito Federal no Brasil para fornecer informações sobre a prevalência de hepatites virais e fatores de risco, entre 2005 e 2009. Este artigo descreve o delineamento e a metodologia do estudo que envolveu a população com idade entre 5 e 19 anos para hepatite A e 10 a 69 anos para hepatite B e C. As entrevistas e amostras de sangue foram obtidas através de visitas domiciliares e a amostra selecionada a partir de uma amostragem estratificada em múltiplos estágios (por conglomerado com igual probabilidade para cada domínio de estudo (região e faixa etária. Nacionalmente, 19.280 residências e ~31.000 indivíduos foram selecionados. O tamanho da amostra foi suficiente para detectar uma prevalência em torno de 0,1% e para avaliar os fatores de risco por região. A metodologia apresentou-se vi

  17. Análise espacial da soroprevalência da hepatite A em crianças de uma região carente de Duque de Caxias, RJ, Brasil Spatial analysis of hepatitis A seroprevalence in children of a poor region of Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto de Andrade Medronho

    2003-12-01

    Full Text Available Os autores estimaram áreas de risco para hepatite A em quatro setores censitários de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, área de intervenção ambiental do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, a partir de um inquérito de soroprevalência para hepatite A em crianças residentes nesta localidade. A amostra consistiu de 454 crianças com idade entre 1 e 9 anos, selecionadas através de amostra aleatória simples em cada grupo etário. Foram coletadas alíquotas de sangue para detecção de anticorpos totais para hepatite A pela técnica de ELISA. Entrevistas domiciliares foram realizadas para obtenção de informações sobre as condições físicas e sanitárias dos domicílios e peridomicílios, assim como as condições socioeconômicas das famílias. Com a utilização de técnicas geoestatísticas, foi possível definir áreas de risco para a ocorrência da hepatite A de forma mais precisa, não se restringindo apenas aos limites dos setores censitários da região de estudo.The authors estimated risk areas for hepatitis A in four census tracts from Duque de Caxias, in the state of Rio de Janeiro. The area was part of the environmental project for the clearing of the Guanabara Bay. This study was based on a seroprevalence inquiry for hepatitis A in children living in the area. The population studied comprised 454 children between 1 and 9 years of age, selected through simple random sampling in each age group. After parental informed consent, blood samples were collected for the detection of total antibodies for hepatitis A, using the ELISA method. Information about housing, sanitary and socioeconomic conditions were obtained after a domiciliary inquiry. The use of geostatistics made it possible to establish risk areas for hepatitis A in a more accurate way, given the areas were not restricted to the boundaries of the census tracts.

  18. Infecção pelo vírus da hepatite B em hemofílicos em Goiás: soroprevalência, fatores de risco associados e resposta vacinal Seroprevalence, vaccination response and risk factors for hepatitis B virus infection in hemophiliacs in Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato S. Tavares

    2004-01-01

    Full Text Available Objetivando determinar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV em hemofílicos em Goiás, analisar os fatores de risco associados e avaliar a resposta vacinal contra hepatite B, 102 pacientes foram entrevistados e amostras sangüíneas coletadas para detecção dos seguintes marcadores sorológicos: HBsAg, anti-HBs e anti-HBc. Uma prevalência global de 43,7% (IC 95%: 33,5-54,2 para infecção pelo HBV foi encontrada. A análise multivariada dos fatores de risco mostrou que o número de episódios transfusionais e sorologia positiva para o vírus da hepatite C estiveram significantemente associados à positividade ao HBV. Foram identificados 49 (48,1% hemofílicos susceptíveis a esta infecção, sendo imunizados 30 pacientes com a vacina recombinante Euvax-B. Destes, 28 (93,3% indivíduos apresentaram títulos de anti-HBs maiores que 10 UI/L, o que mostra uma boa resposta à vacina. Os achados deste estudo ressaltam a importância das medidas de controle e prevenção da hepatite B nesta população.In order to study the prevalence and risk factors for hepatitis B in hemophiliacs in Goiás, 102 patients were interviewed and blood samples collected and screened for the following serological markers: HBsAg, anti-HBs and anti-HBc. An overall prevalence of 43.7% (95% IC: 33.5-54.2 was found to hepatitis B virus (HBV infection. Multivariate analysis of risk factors showed that the number of transfusions and positive serology for hepatitis C virus were significantly associated with HBV positivity. There were 48 (48.1% susceptible patients for this infection, of whom 30 were immunized with the Euvax-B vaccine. Among them, 28 (93.3% individuals developed anti-HBs titers higher than 10 IU/L. Thus, a good response was observed in the studied population. The findings of this study emphasize the importance of strategies of control and prevention of hepatitis B in this population.

  19. Ocular changes due to systemic alpha-interferon therapy for hepatitis C Alterações oculares por uso sistêmico de alfa-interferon em pacientes com hepatite C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liang Shih Jung

    2004-12-01

    Full Text Available PURPOSE: To describe ocular (specially fundoscopic changes due to systemic alpha-interferon (IFN therapy in patients with hepatitis C. This is a prospective, descriptive and observational (non-interventional study, and its results are preliminary. METHODS: Patients were selected with indication of alpha-interferon therapy for hepatitis C. They underwent ocular examinations before therapy and 1, 3, 6 and 12 months after starting the therapy. HIV patients and those who had a history of previous treatment with alpha-interferon were excluded from the study, but examined. RESULTS: Fifty-one patients were selected from November 1999 to June 2000. The male-to-female ratio was 1.55. The age average was 47 years. The best corrected visual acuity ranged from 20/15 to 20/40. Most of the symptomatic patients complained of foreign body sensation in the eyes, which became more tolerable with time. Complaints comprised flu-like symptoms, joint pain, depression, headache, and general weakness. Ocular findings related to alpha-interferon were: cotton wool spots (3 eyes and intraretinal hemorrhage (1 eye. One patient died during the study, due to another disease not related to hepatitis, and one patient refused to be examined. CONCLUSIONS: There are retinal vascular changes due to systemic alpha-interferon for hepatitis C. There are no studies in our country describing ocular changes in patients with hepatitis C on therapy with alpha-interferon. General physicians and specially gastroenterologists should pay special attention to this problem, and refer these patients to the ophthalmologist in order to determine and follow any lesion that may be related to the use of this drug.OBJETIVO: Avaliar alterações oculares (em especial lesões fundoscópicas em pacientes com hepatite C tratados com alfa-interferon (IFN. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e observacional de pacientes com hepatite C do serviço de Gastroenterologia da UNIFESP com indicações de uso

  20. Hepatite A: soroprevalência e fatores associados em escolares de São Luís (MA, Brasil Hepatitis A: seroprevalence and associated factors among schoolchildren of São Luís (MA, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Andréa Costa Gomes

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar a prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A (antiVHA-IgG em escolares de 7 a 14 anos de escolas públicas e privadas e identificar fatores demográficos, socioeconômicos e sanitários associados à prevalência de antiVHA-IgG. MÉTODOS: Estudo soroepidemiológico para detecção de antiVHA-IgG, de abril de 2002 a abril de 2004, em 462 escolares de São Luís, com idades compreendidas entre 7 e 14 anos, do ensino fundamental. Participaram 30 escolas aleatoriamente selecionadas, com probabilidade proporcional ao número de alunos matriculados, sendo 23 públicas e 7 privadas. Os dados foram obtidos por meio de questionário estruturado. Para se identificar variáveis independentemente associadas à prevalência do antiVHA-IgG, foi realizada análise de regressão de Poisson múltipla, sendo estimadas as RPs ajustadas e respectivos intervalos de confiança de 95%. Somente permaneceram no modelo final aquelas variáveis associadas com a prevalência da hepatite A com p OBJECTIVES: To estimate the prevalence of antibodies to hepatitis A virus (antiVHA-IgG in children aged 7-14 years from public and private schools, and to identify demographic, socioeconomic and sanitation factors associated with the prevalence of antiVHA-IgG. METHODS: Seroepidemiological study for the detection of IgG antiVHA. It was conducted from April 2002 to April 2004 with 462 elementary school students from São Luis, ranging from 7 to 14-years of age. Thirty schools randomly selected took part in the study, with a probability proportional to the number of students enrolled; 23 schools were public and 7 were private. Data was obtained through a structured questionnaire. In order to identify the variables independently associated with IgG antiVHA, the Poisson multiple regression analysis was performed, estimating the adjusted PRs and their 95% confidence intervals. The variables associated with the prevalence of hepatitis A with p < 0 were the

  1. Reflexões sobre o adoecer e mudanças dietéticas durante a assistência nutricional em pacientes com hepatite C Reflections about getting sick and dietetic changes during nutritional assistance with hepatitis C patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Magalhães Costa Lima

    2011-01-01

    Full Text Available Trata-se de investigar os significados atribuídos por pacientes portadores do vírus da hepatite C sobre a doença e o tratamento dietético. Para tanto, adota-se a metodologia da pesquisa qualitativa em que o sujeito interage com sua narrativa sobre o objeto de estudo e os pesquisadores analisam cuidadosamente seus enunciados. As acepções sobre o adoecer e as mudanças dos hábitos alimentares e de vida dos pacientes foram analisadas por meio da obtenção de entrevistas em profundidade. Ao trazer os sentidos expressos sobre a doença, cria-se a possibilidade de compreensão dos aspectos culturais sobre a alimentação, a nutrição e a dietética; um desafio para os profissionais de saúde e nutrição, que precisam relatar a seus pacientes a necessidade de seguir hábitos alimentares mais saudáveis, implicando alterações nem sempre simples de serem realizadas. Consideram-se hábitos e representações do ato da alimentação, como parte da identidade cultural do sujeito. Justifica-se este estudo pela necessidade de situar maior interação entre profissionais, estudantes de saúde e pacientes de modo a ampliar a compreensão dos fenômenos que cercam a experiência da doença pelos pacientes. Conclui-se que os pacientes de hepatite C atendidos no ambulatório do Hospital Universitário da cidade de Salvador e o profissional podem atingir os objetivos de aconselhamentos nutricionais, se trilharem direções dialógicas. Com isso, observou-se a adesão à orientação dietética sem rupturas bruscas e sofrimentos dos pacientes.This paper investigates the meanings attributed by patients to hepatitis C on disease and dietary treatment. To this end, we adopt the methodology of qualitative research in which the individual interacts with his narrative on the subject of study and the researchers carefully examine their statements. The meanings of the illness and changes in dietary habits and life of the patients were analyzed by obtaining in

  2. Alpha linolenic acid (ALA) from Rosa canina, sacha inchi and chia oils may increase ALA accretion and its conversion into n-3 LCPUFA in diverse tissues of the rat.

    Science.gov (United States)

    Valenzuela B, Rodrigo; Barrera R, Cynthia; González-Astorga, Marcela; Sanhueza C, Julio; Valenzuela B, Alfonso

    2014-07-25

    Alpha-linolenic acid (ALA) is an essential n-3 PUFA; its n-3 LCPUFA derivatives EPA and DHA, which have diverse beneficial effects, are scarce in the human diet. In recent years nontraditional vegetable oils rich in ALA (up to 45%) have been developed as new alternatives to increase ALA consumption. This work evaluated the accretion of ALA, EPA and DHA into the phospholipids extracted from erythrocytes, liver, kidney, small intestine, heart, quadriceps and the brain in rats fed sunflower (SFO), canola (CO), Rosa canina (RCO), sacha inchi (Plukenetia volubilis, SIO) and chia (Salvia hispánica, ChO) oils. Five experimental groups (n = 12 per group) were fed for 21 days with SFO (1% ALA), CO (10% ALA), RCO (33% ALA), SIO (49% ALA), and ChO (64% ALA). SIO and ChO allowed higher ALA accretion in all tissues, except the brain, and a reduction in the content of arachidonic acid in all tissues except the brain. EPA was increased in erythrocytes, liver, kidney, small intestine, heart and quadriceps, but not in the brain. DHA was increased in the liver, small intestine and brain tissues. Our results demonstrate that ALA, when provided in significant amounts, can be converted into n-3 LCPUFA, mostly DHA in the liver and brain. It is suggested that oils rich in ALA, such as SIO and ChO, are good sources for obtaining higher tissue levels of ALA, also allowing its selective conversion into n-3 LCPUFA in some tissues of the rat.

  3. Investigação de áreas de risco como metodologia complementar ao controle da leishmaniose visceral canina Investigation of risk areas as complemental methodology for the control of canine visceral leishmaniasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fred S. Julião

    2007-08-01

    Full Text Available Foram investigadas áreas de risco de leishmaniose visceral canina no município de Camaçari, Bahia. Um total de 278 cães distribuídos em 141 residências, pertencentes a 20 áreas de risco investigadas, foi examinado sorologicamente (ELISA. A soroprevalência geral foi 21,7% (56/258 depois da exclusão dos 20 cães usados no início do estudo para delimitar a área. Os resultados respectivos das análises univariada e multivariada dos fatores relacionados à infecção do cão por Leishmania chagasi, a captura e distribuição do vetor na área e a metodologia usada para localizar os focos caninos são discutidos.Risk areas of canine visceral leishmaniasis in the city of Camaçari, Bahia, Brazil, were investigated. A total of 278 dogs from 141 homes pertaining to 20 investigated risk areas was serologically screened (ELISA. The general seroprevalence was 21.7% (56/258 after exclusion of 20 dogs used at the beginning of the survey to limit the study area. The respective results of the univariated and multivariated analysis of factors related to infection of dogs by Leishmania chagasi, to vector distribu-tion pattern in the area and to the methodology used to localize the canine focuses are discussed.

  4. Botanical Extracts from Rosehip (Rosa canina, Willow Bark (Salix alba, and Nettle Leaf (Urtica dioica Suppress IL-1β-Induced NF-κB Activation in Canine Articular Chondrocytes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mehdi Shakibaei

    2012-01-01

    Full Text Available The aim of this study was to characterize the anti-inflammatory mode of action of botanical extracts from rosehip (Rosa canina, willow bark (Salix alba, and nettle leaf (Urtica dioica in an in vitro model of primary canine articular chondrocytes. Methods. The biological effects of the botanical extracts were studied in chondrocytes treated with IL-1β for up to 72 h. Expression of collagen type II, cartilage-specific proteoglycan (CSPG, β1-integrin, SOX-9, COX-2, and MMP-9 and MMP-13 was examined by western blotting. Results. The botanical extracts suppressed IL-1β-induced NF-κB activation by inhibition of IκBα phosphorylation, IκBα degradation, p65 phosphorylation, and p65 nuclear translocation. These events correlated with downregulation of NF-κB targets including COX-2 and MMPs. The extracts also reversed the IL-1β-induced downregulation of collagen type II, CSPG, β1-integrin, and cartilage-specific transcription factor SOX-9 protein expression. In high-density cultures botanical extracts stimulated new cartilage formation even in the presence of IL-1β. Conclusions. Botanical extracts exerted anti-inflammatory and anabolic effects on chondrocytes. The observed reduction of IL-1β-induced NF-κB activation suggests that further studies are warranted to demonstrate the effectiveness of plant extracts in the treatment of OA and other conditions in which NF-κB plays pathophysiological roles.

  5. Botanical Extracts from Rosehip (Rosa canina), Willow Bark (Salix alba), and Nettle Leaf (Urtica dioica) Suppress IL-1β-Induced NF-κB Activation in Canine Articular Chondrocytes.

    Science.gov (United States)

    Shakibaei, Mehdi; Allaway, David; Nebrich, Simone; Mobasheri, Ali

    2012-01-01

    The aim of this study was to characterize the anti-inflammatory mode of action of botanical extracts from rosehip (Rosa canina), willow bark (Salix alba), and nettle leaf (Urtica dioica) in an in vitro model of primary canine articular chondrocytes. Methods. The biological effects of the botanical extracts were studied in chondrocytes treated with IL-1β for up to 72 h. Expression of collagen type II, cartilage-specific proteoglycan (CSPG), β1-integrin, SOX-9, COX-2, and MMP-9 and MMP-13 was examined by western blotting. Results. The botanical extracts suppressed IL-1β-induced NF-κB activation by inhibition of IκBα phosphorylation, IκBα degradation, p65 phosphorylation, and p65 nuclear translocation. These events correlated with downregulation of NF-κB targets including COX-2 and MMPs. The extracts also reversed the IL-1β-induced downregulation of collagen type II, CSPG, β1-integrin, and cartilage-specific transcription factor SOX-9 protein expression. In high-density cultures botanical extracts stimulated new cartilage formation even in the presence of IL-1β. Conclusions. Botanical extracts exerted anti-inflammatory and anabolic effects on chondrocytes. The observed reduction of IL-1β-induced NF-κB activation suggests that further studies are warranted to demonstrate the effectiveness of plant extracts in the treatment of OA and other conditions in which NF-κB plays pathophysiological roles.

  6. Evaluación de una prueba de aglutinación directa como método alternativo para el diagnóstico de leishmaniasis visceral canina y humana en Venezuela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Terán-Angel

    2007-09-01

    Resultados. Todas las muestras de los pacientes con leishmaniasis visceral activa o curada fueron positivas. Mostraron títulos anti-L. donovani por encima de 1:1.600. Tres de cuatro casos con sospecha de leishmaniasis visceral también resultaron positivos a la prueba, mientras que los sueros controles y los de los pacientes con otras patologías dieron títulos por debajo de 1:800. Se obtuvo una sensibilidad de 100% a todos los puntos de corte considerados y una especificidad de 100% al punto de corte de 1:800 (intervalo de confianza de 95%, IC95%: 90,97%-100%. Las muestras de perros mostraron una sensibilidad de 92,59% (IC95%: 75,69%-99,09% y 100% de especificidad (IC95%: 79,42%-100% al punto de corte de 1:200. Conclusión. En general, nuestros resultados indican que el uso de la prueba de aglutinación directa es apropiado para la realización de estudios epidemiológicos y para el diagnóstico serológico de leishmaniasis visceral humana y canina en las áreas rurales de Venezuela.

  7. Botanical Extracts from Rosehip (Rosa canina), Willow Bark (Salix alba), and Nettle Leaf (Urtica dioica) Suppress IL-1β-Induced NF-κB Activation in Canine Articular Chondrocytes

    Science.gov (United States)

    Shakibaei, Mehdi; Allaway, David; Nebrich, Simone; Mobasheri, Ali

    2012-01-01

    The aim of this study was to characterize the anti-inflammatory mode of action of botanical extracts from rosehip (Rosa canina), willow bark (Salix alba), and nettle leaf (Urtica dioica) in an in vitro model of primary canine articular chondrocytes. Methods. The biological effects of the botanical extracts were studied in chondrocytes treated with IL-1β for up to 72 h. Expression of collagen type II, cartilage-specific proteoglycan (CSPG), β1-integrin, SOX-9, COX-2, and MMP-9 and MMP-13 was examined by western blotting. Results. The botanical extracts suppressed IL-1β-induced NF-κB activation by inhibition of IκBα phosphorylation, IκBα degradation, p65 phosphorylation, and p65 nuclear translocation. These events correlated with downregulation of NF-κB targets including COX-2 and MMPs. The extracts also reversed the IL-1β-induced downregulation of collagen type II, CSPG, β1-integrin, and cartilage-specific transcription factor SOX-9 protein expression. In high-density cultures botanical extracts stimulated new cartilage formation even in the presence of IL-1β. Conclusions. Botanical extracts exerted anti-inflammatory and anabolic effects on chondrocytes. The observed reduction of IL-1β-induced NF-κB activation suggests that further studies are warranted to demonstrate the effectiveness of plant extracts in the treatment of OA and other conditions in which NF-κB plays pathophysiological roles. PMID:22474508

  8. Retinopatia em paciente portador de hepatite C tratado com interferon peguilado e ribavirina: relato de caso Retinopathy in a patient with hepatitis C treated with pegylated interferon and ribavirin: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Pereira de Ávila

    2006-04-01

    Full Text Available O interferon é uma citocina imunomoduladora utilizada no tratamento de diversas doenças, incluindo infecções crônicas pelo vírus da hepatite C. O interferon peguilado é uma nova forma de interferon, desenvolvida para aumentar o tempo de meia-vida da droga. Uma série de efeitos adversos têm sido associados ao uso do interferon, dentre eles a toxicidade ocular com desenvolvimento de retinopatia. As lesões oculares típicas incluem exsudatos algodonosos e hemorragias retinianas no pólo posterior, particularmente em torno do disco óptico. Descrevemos o caso de paciente tratado com associação de interferon peguilado e ribavirina com diminuição da acuidade visual e quadro oftalmológico compatível com retinopatia associada ao interferon. Quatro semanas após a suspensão do interferon, houve melhora da acuidade visual e diminuição importante das alterações retinianas.Interferon is an immunomodulating cytokine used to treat patients with different diseases, such as hepatitis C chronic infection. Pegylated interferon is a new type of interferon, developed to increase the half-life of the drug. Many side effects have been related to its use, including ocular toxicity and retinopathy. The most reported ocular findings are cotton-wool spots and hemorrhages located at the posterior pole and surrounding optic nerve head. We describe one case of pegylated interferon-associated retinopathy with visual loss. The patient had visual acuity improvement four weeks after discontinuation of the medication and the ocular findings became much more subtle.

  9. Infecção pelos vírus das hepatites B e D entre grupos indígenas da Amazônia Brasileira: aspectos epidemiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wornei Silva Miranda Braga

    2004-01-01

    Full Text Available Entre populações autóctones da América, estudos relatam altos índices de infecção e doença pelos vírus das hepatites B e D. Esta é uma revisão do que já foi descrito entre indígenas da Amazônia brasileira. Em alguns grupos a prevalência do AgHBs é muito baixa, enquanto que outros da mesma região, apresentam padrão de elevada endemicidade, presente inclusive entre menores de 10 anos. O VHD só foi encontrado entre etnias no estado do Amazonas. É descrito a importância da transmissão horizontal familiar, e do contato sexual entre adultos jovens. Fatores socioculturais, genéticos, ecológicos, e a formação histórica desses povos, são apontados como determinantes deste padrão. Entretanto, a origem do VHB e VHD na Amazônia é ainda obscura. Populações indígenas com sua memória genética são, na verdade, o experimento ao vivo, o que demanda investigação abrangente, avaliando a influência dos aspectos históricos, ecológicos, médicos e antropológicos envolvidos, utilizando inclusive técnicas modernas de biologia molecular.

  10. Co-infecção humana pelo plasmódio e o vírus da hepatite B: aspectos clínicos, sorológicos e imunológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Braga Wornei Silva Miranda

    2006-01-01

    Full Text Available A Amazônia é conhecida pela elevada prevalência de infecção pelo vírus da hepatite B, contribui também com mais de 90% dos casos de malária do país. É proposto que a ocorrência de co-infecções seja importante e que na associação ocorram alterações na história natural dessas enfermidades. O estudo avalia 545 pacientes com malária, em Coari, AM: 333 (61,1% pelo Plasmodium vivax, 193 (35,4% pelo Plasmodium falciparum e 19 (3,5% com infecção mista. A prevalência do AgHBs foi 4,2% e a do anti-HBc total 49,7%. Os pacientes sororreativos para o VHB, não apresentaram diferenças clínicas dos outros pacientes com malária, nem associação a sinais clássicos de comprometimento hepático. Apesar de não ter sido detectada associação estatisticamente significativa, os indivíduos AgHBs reativos apresentaram baixas parasitemias e índices de reatividade de anticorpos mais elevados, sugerindo a possibilidade da resposta imune em um indivíduo co-infectado ser diferenciada e favorecer variações em relação à parasitemia e produção de anticorpos.

  11. O vírus da hepatite B na doença hepática alcoólica: avaliação clínica e bioquímica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celina M.C. Lacet

    1993-12-01

    Full Text Available Foram estudados prospectiva e seqüencialmente 107 pacientes com doença hepática alcoólica (DHA crônica, sendo 83 casos de cirrose e 24de hepatite alcoólica. Além do etilismo, ingestão mínima de 70 gramas de etanol puro ao dia por período superior a sete anos, todos apresentaram disfunção hepatocelular. De acordo com o perfil sorológico para o VHB os pacientes foram alocados em quatro grupos a saber: grupo I infectados: AgHBs e anti-HBc positivos; grupo II imunes: anti-HBs e anti-HBc positivos; grupo III sem marcadores do VHB: AgHBs, anti-HBc e anti-HBs negativos; grupo IV anti-HBc positivo isoladamente. A prevalência de infecção pelo VHB na DHA foi alta: 42,06% apesar dos índices pouco elevados de imunidade: 26,17% sugerindo que na DHA ocorre maior exposição ao VHB com resposta imunológica deficiente. A análise dos parâmetros clínico-bioquímicos, quando considerados isoladamente, não mostrou diferenças estatisticamente significantes entre os grupos I, II, e III, entretanto a classificação de Child/Campbell, discriminou o grupo infectado, onde houve predomínio da classe C, de pior prognóstico.

  12. Análise TG-ROC de testes de imunofluorescência no diagnóstico de leishmaniose visceral canina Análisis TG-ROC de pruebas de inmunofluorescencia en el diagnóstico de leishmaniasis visceral canina TG-ROC analysis of immunofluorescence assays in canine visceral leishmaniasis diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Maria da Silva

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a acurácia do diagnóstico de dois protocolos de imunofluorescência indireta para leishmaniose visceral canina. MÉTODOS: Cães provenientes de inquérito soroepidemiológico realizado em área endêmica nos municípios de Araçatuba e de Andradina, na região noroeste do estado de São Paulo, em 2003, e área não endêmica da região metropolitana de São Paulo, foram utilizados para avaliar comparativamente dois protocolos da reação de imunofluorescência indireta (RIFI para leishmaniose: um utilizando antígeno heterólogo Leishmania major (RIFI-BM e outro utilizando antígeno homólogo Leishmania chagasi (RIFI-CH. Para estimar acurácia utilizou-se a análise two-graph receiver operating characteristic (TG-ROC. A análise TG-ROC comparou as leituras da diluição 1:20 do antígeno homólogo (RIFI-CH, consideradas como teste referência, com as diluições da RIFI-BM (antígeno heterólogo. RESULTADOS: A diluição 1:20 do teste RIFI-CH apresentou o melhor coeficiente de contingência (0,755 e a maior força de associação entre as duas variáveis estudadas (qui-quadrado=124,3, sendo considerada a diluição-referência do teste nas comparações com as diferentes diluições do teste RIFI-BM. Os melhores resultados do RIFI-BM foram obtidos na diluição 1:40, com melhor coeficiente de contingência (0,680 e maior força de associação (qui-quadrado=80,8. Com a mudança do ponto de corte sugerido nesta análise para a diluição 1:40 da RIFI-BM, o valor do parâmetro especificidade aumentou de 57,5% para 97,7%, embora a diluição 1:80 tivesse apresentado a melhor estimativa para sensibilidade (80,2% com o novo ponto de corte. CONCLUSÕES: A análise TG-ROC pode fornecer importantes informações sobre os testes de diagnósticos, além de apresentar sugestões sobre pontos de cortes que podem melhorar as estimativas de sensibilidade e especificidade do teste, e avaliá-los a luz do melhor custo

  13. Hepatite auto-imune tipo 1 em crianças e adolescentes: avaliação da suspensão do tratamento imunossupressor Type 1 autoimmune hepatitis in children and adolescents: assessment of immunosuppressive treatment withdrawal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Rodrigues Ferreira

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a suspensão do tratamento em crianças e adolescentes com hepatite auto-imune em remissão clínica e laboratorial, por um período mínimo de 24 meses, avaliando o índice de recaída após a suspensão do tratamento. MÉTODO: É um estudo descritivo, retrospectivo e parcialmente prospectivo de 21 crianças e adolescentes com hepatite auto-imune tipo 1, atendidos no Ambulatório de Hepatologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, no período de janeiro de 1986 a dezembro de 2001. RESULTADOS: Foram avaliados 54 pacientes, dos quais 21 foram selecionados, sendo 19 do sexo feminino (90,5%, com idade variando de 5,7 a 17,6 anos (mediana de 13,8 anos, tempo médio de seguimento de 5,1±2,4 anos (mediana 4,4 anos e remissão clínica e laboratorial por um tempo médio de 4,1±1,5 anos (mediana 3,8 anos. Dos 21 pacientes avaliados, 10 (47,6% ainda apresentavam atividade inflamatória, impossibilitando a suspensão do tratamento, o qual foi interrompido em 11 pacientes (52,4%. Desses, seis pacientes (54,5% apresentaram reativação da doença, e cinco mantêm remissão clínica e laboratorial, com tempo médio de seguimento de 4±1 anos (mediana 3,9 anos. O intervalo de tempo entre a suspensão do tratamento e a reativação da doença variou de 29 dias a 40,3 meses (mediana 2,2 meses. CONCLUSÕES: Nesse grupo de pacientes com hepatite auto-imune, foi observado alto índice de recaídas (54,5%, que ocorreram com maior freqüência nos primeiros 12 meses pós-suspensão do tratamento, além de grande número de pacientes que apresentou algum grau de atividade inflamatória, apesar do longo tempo de remissão clínico-laboratorial.OBJECTIVE: To assess treatment withdrawal in children and adolescents with autoimmune hepatitis, with clinical and laboratory remission for a minimum period of 24 months, determining the relapse rate after treatment withdrawal. METHOD: This is a descriptive

  14. Treatment of chronic hepatitis C in non-responsive patients with pegylated interferon associated with ribavirin and thalidomide: report of six cases of total remission Tratamento de hepatite C crônica em pacientes não respondedores, com a associação interferon peguilado, ribavirina e talidomida: Relato de seis casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Montani Caseiro

    2006-04-01

    Full Text Available Hepatitis C virus (HCV infection is an important public health issue worldwide. It is estimated that over 170 million people are infected with the virus. The present study reports six cases in which patients did not respond to combination therapy with pegylated interferon and ribavirin. However, after the addition of thalidomide to the therapy, the patients presented negative RNA PCR. The use of thalidomide combined with pegylated interferon and ribavirin for the treatment of hepatitis C is described here for the first time in the related literature.A infecção pelo vírus da Hepatite C (HCV representa um importante problema de saúde pública no mundo, estima-se que mais de 170 milhões de pessoas estejam infectadas. Relatamos o encontro de 6 pacientes não respondedores à associação de Interferon Peguilado e Ribavirina que negativaram seu PCRRNA após a associação com talidomida. Trata-se do primeiro relato desta associação no tratamento da hepatite C encontrado na literatura.

  15. Prevalência da infecção canina em áreas endêmicas de leishmaniose tegumentar americana, do município de Paracambi, Estado do Rio de Janeiro, no período entre 1992 e 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Ginelza Peres Lima dos

    2005-01-01

    Full Text Available No município de Paracambi, Estado do Rio de Janeiro, foi realizado um inquérito epidemiológico sobre a leishmaniose tegumentar americana na população canina residente em áreas endêmicas rural e semiurbana. Foram cadastrados 179 cães e 138 (77,1% foram examinados, segundo seus aspectos clínicos e desenvolvimento de hipersensibilidade tardia ao antígeno Imunoleish® e respostas sorológicas à reação de imunofluorescência indireta e ao ensaio imunoenzimático. Dos 9 (6,5.% animais portadores de lesões/cicatrizes suspeitas, 66,7% foram causadas por Leishmania sp; 44,4% produziram infecção em hamsters e apresentaram crescimento em meio de cultura, compatíveis com o comportamento de Leishmania do complexo braziliensis. A caracterização molecular (análises isoenzimáticas e do perfil de restrição do KDNA identificou 2 amostras como similares à Leishmania (Viannia braziliensis. A prevalência da infecção canina observada através do teste cutâneo, RIFI e ELISA foi, respectivamente, 10,1%, 16,7% e 27,8%. A presença das formas clínica/subclínica da LTA na população canina associada à infecção humana sugere que o cão pode atuar como possível fonte de infecção, assim como na disseminação da doença.

  16. Nutritional status of patients with biliary atresia and autoimmune hepatitis related to serum levels of vitamins A, D and E Estado nutricional de pacientes com atresia biliar e hepatite autoimune e relação com os níveis séricos de vitaminas A, D e E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth L. G. Saron

    2009-03-01

    Full Text Available CONTEXT: Chronic liver disease may induce to malabsorption of lipids and fat-soluble vitamins, leading to injury of nutritional status. OBJECTIVES: To evaluate the nutritional status of pediatric-age patients with autoimmune hepatitis and biliary atresia related to serum levels of vitamins A, D and E and the disease severity. METHODS: This controlled transverse study, evaluated the patients with autoimmune hepatitis and biliary atresia and a reference group paired by sex and age. The patients underwent anthropometric evaluation, alimentary inquiry and determination of serum levels of vitamins A, D and E by high performance liquid chromatography. The Mann-Whitney test, Spearman correlation coefficients and variance analysis (ANOVA were utilized for data treatment, regarding significant difference if PCONTEXTO: As doenças hepáticas crônicas podem induzir à má absorção de lipídios e vitaminas lipossolúveis e levar ao comprometimento do estado nutricional. OBJETIVOS: Avaliar o estado nutricional e relacionar com os níveis séricos de vitaminas (A, D e E e a gravidade da doença em pacientes com atresia biliar e hepatite autoimune na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: O estudo foi transversal controlado e foram avaliados os pacientes com hepatite autoimune e atresia biliar e um grupo controle pareado por sexo e idade. Foi realizada avaliação antropométrica, aplicação do inquérito alimentar e determinação dos níveis séricos das vitaminas A, D e E pela técnica de cromatografia líquida de alta eficiência. Foram empregados os testes de Mann-Whitney, o coeficiente de correlação de Spearman e análise de variância (ANOVA, sendo considerada diferença significativa se P<0,05. RESULTADOS: O déficit nutricional mais grave foi observado nos pacientes com atresia biliar, principalmente com colestase. Em relação às vitaminas, no grupo controle, constatou-se que os níveis séricos das vitaminas A e E variaram com a idade. Os n

  17. Seroprevalencia de la infección por Borrelia burgdorgferi y Rickettsia conorii en población humana y canina de la zona básica de salud de San Andrés del Rabanedo (León, España)

    OpenAIRE

    Rojo Vázquez Jaime

    1997-01-01

    FUNDAMENTOS: Se estudia la seroprevalencia de la infección por Borrelia burgdorferi y Rickettsia conorii en población humana y canina para conocer la situación de ambas en humanos, al mismo tiempo que la significación del perro, como indicador de la circulación de estos agentes entre aquéllos, en la Zona de Salud de San Andrés del Rabanedo, León. MÉTODO: Se realizó un estudio en 98 sueros humanos y 95 caninos (de diversas razas y aptitudes) frente a B. burgdorferi (títulos de positividad > a ...

  18. Seroprevalencia de leptospirosis canina en perros atendidos en clínicas veterinarias, mediante aglutinación microscópica y comparación con las técnicas de aislamiento e inmunofluorescencia indirecta Frequency of canine leptospirosis in dogs attending veterinary practices determined through microscopic agglutination test and comparison with isolation and immunofluorescence techniques

    OpenAIRE

    Silva, R. F.; S RIEDEMANN

    2007-01-01

    La leptospirosis es considerada una de las zoonosis más difundidas y un serio problema de salud pública en el mundo entero. El perro actúa como un potencial diseminador de esta enfermedad ya que mantiene una estrecha relación con el hombre, y al mismo tiempo con otros animales tanto domésticos como salvajes. A pesar de su importancia, la leptospirosis canina frecuentemente es subdiagnosticada. En el presente estudio se determinó la frecuencia de leptospirosis en 400 perros, tanto de la zona u...

  19. Hepatites pós-transfusionais na cidade de Campinas, SP, Brasil: II. Presença dos anticorpos anti-HBc e anti-HCV em candidatos a doadores de sangue e ocorrência de hepatites pós-transfusionais pelo vírus C nos receptores de sangue ou derivados Post-transfusional hepatitis in the city of Campinas, SP, Brazil: II- Presence of anti-HBc and anti-HCV antibodies in blood donors and occurrence of post-transfusional hepatitis C virus in recipients of blood or derivates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Lopes Gonçales Júnior

    1993-02-01

    Full Text Available Pesquisamos os anticorpos anti-HBc e anti-HCV em amostras de soros provenientes de 799 candidatos a doadores, que tiveram suas unidades de sangue ou derivados transfundidas a 111 receptores. O anti-HBc e o anti-HCV foram reagentes, em respectivamente 9 e 2,1% dos doadores testados. Observamos que entre os 111 receptores, 44 haviam recebido pelo menos uma unidade anti-HBc positiva e 67 haviam sido transfundidos somente com unidades anti-HBc negativas. Houve um risco 4,5 vezes maior de aquisição de hepatite por vírus C pelos receptores que receberam pelo menos uma unidade anti-HBc positiva Se a pesquisa do anti-HBc fosse realizada na triagem sorológica dos doadores de sangue, cerca de 56% dos casos de HVC nos receptores saiam evitados. A população de receptores que recebeu pelo menos uma unidade anti-HCV reagente, apresentou um risco 29 vezes maior de adquirir esta hepatite, quando comparada aos receptores transfundidos com todas as unidades anti-HCV negativas. A realização do teste para a pesquisa do anti-HCV na triagem dos doadores de sangue, preveniria 79% dos casos de HVC pós-transfusionais. Os candidatos a doadores brasileiros parecem ser acometidos simultânea ou sequencialmente, pelos vírus B e C das hepatites, pois, 44,4% dos doadores anti-HCV positivos, também foram anti-HBc positivos. A realização dos testes para as pesquisas dos anticorpos anti-HBc e anti-HCV, nas triagens hemoterápicas, está indicada para prevenir a transmissão de hepatites pós-transfusionais, em nosso meio.We have analysed anti-HBc and anti-HCV antibodies in serum samples from 799 donors which had their blood or derivates transfused to 111 recipients. Anti-HBc and anti-HCV were reactive in respectively 9 and 2.1% of the donors tested. We have observed that among the 111 recipients, 44 had received at least one positive anti-HBc unit and 67 had been transfused only with negative anti-HBc, units. The risk of developing hepatitis C virus was 4.5 times

  20. Freqüência das infecções pelo HIV-1, rubéola, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, hepatite B, hepatite C, doença de Chagas e HTLV I/II em gestantes, do Estado de Mato Grosso do Sul Frequency of HIV-1, rubella, syphilis, toxoplasmosis, cytomegalovirus, simple herpes virus, hepatitis B, hepatitis C, Chagas’ disease and HTLV I/II infection in pregnant women of State of Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Antonio Figueiró-Filho

    2007-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a freqüência das infecções por sífilis, rubéola, hepatite B, hepatite C, toxoplasmose, doença de Chagas, HTLV I/II, herpes simples, HIV-1 e citomegalovírus em gestantes e relacionar a faixa etária das pacientes com a freqüência das infecções. Estudo transversal de 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. As freqüências encontradas foram de 0,2% para infecção pelo vírus HIV-1, 0,03% para rubéola, 0,8% para sífilis, 0,4% para toxoplasmose, 0,05% para infecção aguda pelo citomegalovírus, 0,02% pelo vírus herpes simples, 0,3% para hepatite B (HBsAg, 0,1% para hepatite C, 0,1% para HTLV I/II e 0,1% para doença de Chagas. Houve associação significativa entre faixa etária e infecções por rubéola, citomegalovírus, doença de Chagas e herpes vírus. As freqüências de rubéola, sífilis, toxoplasmose, doença de Chagas e citomegalovírus nas gestantes encontram-se abaixo dos valores descritos na literatura.It was aimed to estimate the frequency of syphilis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, toxoplasmosis, Chagas’ disease, HTLV I/II, simple herpes virus, HIV-1 and cytomegalovirus in pregnant women and to evaluate the relationship between age and the frequency of the infections studied. A transversal study of 32,512 pregnant women submitted to pre-natal sreening in the period of November 2002 to October 2003. The frequency of the tried infections among the pregnant women were 0.2% of HIV-1, 0.03% of rubella, 0.8% of syphilis, 0.4% of toxoplasmosis, 0.05% of cytomegalovirus, 0.02% of simple herpes virus, 0.3% of HBsAg, 0.1% of hepatitis C, 0.1% of HTLV and 0.1% of Chagas’ disease. There was significative statistical association between age and prenatal infection of rubella, cytomegalovirus, Chagas’ disease and herpes virus. The rates of frequency of rubella, syphilis, toxoplasmosis, Chagas’ disease and cytomegalovirus in pregnant women

  1. Prevalencia de anticuerpos contra diarrea viral bovina, virus sincitial bovino, rinotraqueitis infecciosa bovina, leucosis bovina, Neospora caninum, parainfluenza bovina (PI3 y paratuberculosis, en ganadería bovina de fincas ubicadas en Aguachica y Rio de Oro, Cesar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Gálvis García

    2016-06-01

    Full Text Available Introducción: En el área de la ganadería los problemas caracterizados por infertilidad, abortos, muerte embrionaria, crías con malformaciones neurológicas y físicas son de gran importancia, ya que hay múltiples etiologías y se encuentran ampliamente distribuidos a nivel mundial. Lo anterior ocasiona serias pérdidas económicas y afectando la exportación de carne de los bovinos debido a la restricción de normas de sanidad, donde se encuentran las enfermedades como diarrea viral bovina, rinotraqueitis infecciosa bovina, leucosis bovina y Neospora caninum. Objetivo: Determinar la prevalencia de anticuerpos contra diarrea viral bovina (DVB, virus sincitial respiratorio bovino (BRSV, virus de la rinotraqueitis infecciosa bovina (IBR, leucosis enzoótica bovina (BLV, N. caninum, Parainfluenza bovina (PI3 y paratuberculosis (ParaTBC, en bovinos de Aguachica y Rio de Oro, Cesar. Materiales y métodos: Tipo de estudio: Descriptivo de corte transversal, se realizó en 27 fincas ubicadas en zona rural de los municipios de Aguachica y Rio de Oro, Cesar. El Tamaño de la muestra se estimó en 905 bovinos. De cada animal se tomó sangre por punción venosa de la vena coccígea en tubos sin anticoagulante mediante el uso de sistema de vacío Vacutainer®. Cada muestra fue etiquetada adecuadamente con los códigos de identificación asignada, las muestras se centrifugaron a 1500 rpm y se transportó al laboratorio en recipientes con hielo. Se realizó alícuotas en viales de 1,5 ml y se almacenaron a -20 ° C para su posterior procesamiento. Determinación de anticuerpos específicos: Las pruebas para detectar anticuerpos específicos fue mediante ensayo de inmunoabsorción enzimática (ELISA, de las casas comerciales INGEZIM (BRSV, DBV, BLV, N. caninum, IBR, PARACHEK 2 (ParaTBC y BIO-X DIAGNOSTIC (PI3. La validación de las pruebas se realizó mediante los respectivos controles positivos y negativos los cuales se procesaron por duplicado. Resultados

  2. Evolução clínica e avaliação de parâmetros leucocitários e de proteínas de fase aguda na pododermatite infecciosa ovina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor S. Carvalho

    2012-12-01

    Full Text Available Neste artigo realizou-se a avaliação de ovinos mestiços Santa Inês com pododermatite infecciosa, verificando as alterações no leucograma e proteínas de fase aguda. No primeiro experimento, 70 fêmeas foram separadas em três grupos de acordo com o seu escore podal: Grupo controle (G1 com escore 0; Dermatite interdigital (G2 com escore 1 ou 2 e Pododermatite necrosante (G3 com escore 3, 4 ou 5. Durante dois meses observou-se a evolução clínica e efeitos no leucograma em cinco momentos: M1 (dia 0, M2 (dia 15, M3 (dia 30, M4 (dia 45 e M5 (dia 60. A intensidade do resultado do leucograma foi de baixa magnitude, observando-se alterações significativas (p<0,05 como uma leve leucocitose (G3, M4, atribuída a neutrofilia e um discreto aumento no número total de monócitos (G3, M2 e M3 apesar do extenso dano e necrose tecidual existentes na última fase da doença. No segundo experimento, utilizaram-se 105 animais de sete propriedades com objetivo de isolar o agente etiológico e avaliar os efeitos da doença sobre proteína plasmática total e proteínas de fase aguda. Os animais também foram separados em três grupos: controle, dermatite interdigital e pododermatite necrosante. Em todas as propriedades foi realizado o isolamento de Dichelobacter nodosus. Não houve correlação significativa (p<0,05 das diferentes fases da doença sobre as proteínas estudadas, porém a haptoglobina dos grupos com animais doentes apresentou médias superiores ao grupo controle. De acordo com a metodologia utilizada e resultados obtidos, conclui-se que as proteínas de fase aguda estudadas não foram eficientes na caracterização das fases da pododermatite infecciosa ovina e que a resposta leucocitária foi branda, tornando difícil sua utilização para este fim.

  3. Morbilidad y mortalidad en el servicio de hospitalización del Departamento de enfermedades infecciosas, tropicales y dermatológicas del Hospital Nacional Cayetano Heredia entre 1990 - 2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Zamudio Fuertes

    2004-10-01

    Full Text Available Objetivo: Describir la demografía, e identificar la morbilidad más frecuente y las tasas de mortalidad de la unidad de enfermedades infecciosas en un hospital de referencia, público y docente, localizado en el norte de Lima-Perú. Material y métodos: Se realizó un estudio retrospectivo donde se incluyeron todas las hospitalizaciones del Departamento de Enfermedades Infecciosas, Tropicales y Dermatológicas del Hospital Nacional Cayetano Heredia, entre enero de 1990 y diciembre del 2000. Se registraron los datos demográficos, las fechas de ingreso y de alta, todos los diagnósticos, y la condición al alta. Los diagnósticos fueron codificados según la Novena Revisión de la Clasificación Internacional de Enfermedades (CIE-9. Resultados: De 7192 hospitalizaciones registradas, 4603 (64% fueron de pacientes varones, la edad media fue 39.2 ±19 años. Las hospitalizaciones prácticamente se duplicaron (de 440 a 817 durante el periodo en estudio. La edad media aumentó de 36.6 ±16.1 años a 41 ± 19.9 años, las hospitalizaciones de pacientes geriátricos aumentó de 11.8% a 21.3%, y la relación VIH/ no VIH aumentó de 0.07 a 0.25. El índice de rotación de cama aumentó de 12.2 a 22.7. Los diagnósticos más frecuentes fueron: VIH 1209 (10.2%, tuberculosis 1201 (10.1%, celulitis 653 (5.5% y neumonía 651 (5.5%. La mortalidad hospitalaria durante el estudio fue de 8.1%, manteniéndose en promedio constante. Conclusiones: Se observó un aumento en el número de hospitalizaciones, especialmente debido a pacientes geriátricos, sin encontrarse cambios en las tasas de mortalidad. Tuberculosis y VIH fueron los diagnósticos más frecuentes en este estudio. (Rev Med Hered 2004; 15:181-187.

  4. Amiodarona causa vasodilatação dependente do endotélio em artérias coronárias caninas Amiodarone causes endothelium-dependent vasodilation in canine coronary arteries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo José Rodrigues

    2005-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os efeitos vasodilatadores da amiodarona em artérias coronárias caninas empregando soluções de amiodarona dissolvida em polisorbato 80 ou em água. MÉTODOS: Anéis de artéria coronária, com e sem o endotélio íntegro, foram imersos em solução de krebs e conectadas a um transdutor para aferição de força isométrica promovida por contração vascular. As artérias foram expostas a concentrações crescentes de polisorbato 80, amiodarona dissolvida em água, amiodarona dissolvida em polisorbato 80 e uma apresentação comercial da amiodarona (Cordarone®. Os experimentos foram conduzidos na presença e na ausência dos seguintes bloqueadores enzimáticos: apenas indometacina, Nômega-nitro-L-arginina associada à indometacina e apenas Nômega-nitro-L-arginina. RESULTADOS: O polisorbato 80 causou pequeno relaxamento não dependente do endotélio. O Cordarone®, a amiodarona dissolvida em água e em polisorbato 80 promoveram relaxamento dependente do endotélio, que foi de maior magnitude para a amiodarona dissolvida em polisorbato e para o Cordarone®. Apenas a associação de indometacina com a Nômega-nitro-L-arginina foi capaz de abolir o relaxamento dependente do endotélio provocado pela amiodarona dissolvida em polisorbato 80. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos indicam que a vasodilatação promovida pela amiodarona em artérias coronárias caninas é causada principalmente pela estimulação da liberação de óxido nítrico e fatores endoteliais relaxantes dependentes das ciclo-oxigenases.OBJECTIVE: To assess the vasodilating effects of amiodarone on canine coronary arteries by using solutions of amiodarone dissolved in polysorbate 80 or water. METHODS: Rings of coronary arteries, with or without intact endothelium, were immersed in Krebs solution and connected to a transducer for measuring the isometric force promoted by a vascular contraction. The arteries were exposed to increasing concentrations of

  5. Estudo histoquímico de proteínas fibrilares da matriz extracelular em neoplasias mamárias benignas e malignas na espécie canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cristina Rabello Pinto da Fonseca Martins

    2002-01-01

    Full Text Available A finalidade do presente trabalho foi estudar algumas das proteínas fibrilares da matriz extracelular de 54 neoplasias mamárias benignas e malignas na espécie canina, utilizando métodos histoquímicos: Picrosirius associado à polarização para fibras colágenas , método de Gordon - Sweats para fibras reticulares e método de Weigert com e sem oxidação para fibras elásticas. Evidenciou-se na matriz uma grande variabilidade na quantidade, distribuição e características dos componentes matriciais presentes nos diferentes tipos de neoplasias. Detectou-se, assim, colágeno I, III e elementos do sistema elástico, distribuídos diferentemente nas neoplasias benignas e malignas. O método Picrosirius simples e associado à polarização permitiu a visualização do colágeno sob a forma de fibras espessas distribuídas irregularmente no estroma dos carcinomas e de modo mais ordenado e regular nas neoplasias benignas e, fibras mais finas, em menor quantidade, irregularmente e aleatoriamente dispostas nos carcinomas e regularmente nas neoplasias benigna. Sob luz polarizada os feixes de fibras colágenas , apresentaram diferentes comprimentos, avermelhados ou amarelados e fortemente birrefringentes, sugerindo serem colágeno tipo I e, entremeando as fibras, algumas mais finas ,pálidas, esverdeadas e fracamente birrefringentes, presumivelmente colágeno tipo III. Em áreas condrometaplásicas, tanto nos carcinomas como nas neoplasias benignas notou-se que os feixes colágenos apresentavam-se com fibras finas, paralelas, limitando regiões estreitas onde os condrócitos se aninhavam, e, rodeando esta área, feixes de fibras espessas, anastomosadas, dispostas irregularmente nos carcinomas e ordenadamente e paralelas nas neoplasias benignas. Sob luz polarizada, essa população entre condrócitos era formada por fibras pálidas e amareladas, sugerindo padrão tipo II e na faixa circundante, feixes fortemente birrefringentes, sugerindo o padr

  6. Achados patológicos e imuno-histoquímicos em cães infectados naturalmente pelo vírus da cinomose canina Pathologic and immunohistochemistry findings in dogs naturally infected by canine distemper virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Sonne

    2009-02-01

    Full Text Available A cinomose canina é uma doença viral e afeta principalmente os sistemas respiratório, gastrintestinal e nervoso. Neste trabalho foram analisados os achados patológicos e imuno-histoquímicos de 54 cães com cinomose de um total de 760 cães necropsiados no período de julho de 2006 a outubro de 2007. As lesões macroscópicas observadas foram caracterizadas por corrimento ocular e nasal mucopurulentas, hiperqueratose dos coxins digitais, pulmões avermelhados e não colapsados, atrofia do timo, conteúdo intestinal diarréico e placas de Peyer proeminentes. Os achados histológicos caracterizavam-se principalmente por pneumonia intersticial, rarefação linfóide, desmielinização da substância branca, manguitos perivasculares e corpúsculos de inclusão intranucleares e intracitoplasmáticos, que se localizam principalmente na mucosa do estômago, epitélios da bexiga, brônquios e bronquíolos, pelve renal, coxins digitais, pálpebra, orelha e tonsila no sistema nervoso central e em células mononucleares dos linfonodos, baço e tonsilas. Os tecidos foram marcados pela técnica imuno-histoquímica utilizando anticorpo monoclonal anti-cinomose canina. O coxim digital foi o tecido com maior número de casos marcados positivamente (67,4% dos casos, seguido pelo estômago com 62,7%. A imuno-histoquímica mostrou ser uma ferramenta importante para o estudo da distribuição do antígeno em cães infectados pela cinomose bem como indicou o melhor tecido para a confirmação do diagnóstico de casos suspeitos.Canine distemper is a viral disease that affects mainly respiratory, gastrointestinal and nervous system. The present study analyzes pathologic and immunohistochemical findings in 54 dogs with canine distemper of a total of 760 canine necropsies performed from July 2006 to October 2007. The gross lesions were characterized by mucopurulent oculonasal discharge, hyperkeratosis of footpads, red and not collapsed lungs, thymic atrophy, watery

  7. Focos de dirofilariose canina na Ilha do Marajó: um fator de risco para a saúde humana Focus of canine heartworm disease in Marajó Island, North of Brazil: a risk factor for human health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourdes Maria Garcez

    2006-08-01

    Full Text Available A ocorrência de dirofilariose pulmonar humana relaciona-se com a prevalência de infecção por Dirofilaria immitis na população canina. Várias espécies de mosquitos são vetores desse nematóide. Analisaram-se amostras de sangue canino coletados nas vilas Pingo d'Água e União, município de Salvaterra (Ilha do Marajó, PA, em junho, 2004 (n=34 e abril, 2005 (N=90. Os diagnósticos parasitológico e imunológico (ELISA - kit SNAP® 3DX™, Biobrasil foram comparados (chi2, alfa=0,05 no exame de 34 amostras. A prevalência na população (N=90 foi avaliada pelo ELISA. O ELISA revelou mais positivos (25/34; 73,5% que a gota espessa (23/34, 67,6% e o Knott (21/34, 61,8%, mas a diferença não foi significativa (p>0,05. A freqüência de infecção por D. immitis na faixa de 0 a 2 anos foi 58%, enquanto em cães mais velhos foi 100%. A prevalência da dirofilariose canina em Pingo d'Água e Vila União foi alta (53,5%, indicando risco de transmissão do parasito às pessoas nessa área.The occurrence of human pulmonary dirofilariasis maintains a relation with the prevalence of Dirofilaria immitis infection in the canine population. Several mosquito species are vectors of this nematode. Canine blood samples collected in Pingo d'Água and União villages, Salvaterra municipality (Marajó Island, Pará, in June, 2004 (n=34 and April, 2005 (N=90 were analyzed. Parasitological and immunological (ELISA - kit SNAP® 3DX™, Biobrasil diagnoses were compared following the examination of 34 samples. The prevalence in the population (N=90 was evaluated by means of ELISA. ELISA revealed more positive samples (25/34; 73.5% than thick smears (23/34, 67.6% or Knott (21/34, 61.8%, but the differences were not significant (p>0.05. The frequency of D. immitis infection was 58% in dogs ranging from 0-2 years old, whereas in older dogs it was 100%. The prevalence of canine dirofilariasis was high in Pingo d'Água and Vila União (53.5%, indicating the risk of

  8. Canine visceral leishmaniasis: seroprevalence and risk factors in Cuiabá, Mato Grosso, Brazil Leishmaniose visceral canina: soroprevalência e fatores de risco em Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arleana do Bom Parto Ferreira de Almeida

    2012-12-01

    Full Text Available In Brazil, canine visceral leishmaniasis (CVL is endemic and the number of cases in humans and dogs has increased in the Midwest region. A transversal study was carried out in endemic areas from Cuiabá, State of Mato Grosso, to assess data on seroprevalence and risk factors associated to canine infection. Four hundred and thirty (430 dogs were randomly evaluated through indirect fluorescence antibody test (IFAT considering variables related to the animals, the environment and the knowledge by owners on CVL aspects and control. From 430 dogs, 95 (22.1% were seroreagent for leishmaniasis and animals living in rural environments present risk 1.9 times higher for acquiring the disease than those in urban environments (p = 0.01; OR 1.9. Factors related to animals' habits, such as free access to the street and guard function were considered indicators to predict infection by Leishmania sp. (p No Brasil, a leishmaniose visceral canina (CLV é endêmica e, na região Centro-Oeste, o número de casos em humanos e cães tem aumentado. Um estudo transversal foi realizado em áreas endêmicas de Cuiabá (MT com objetivo de avaliar dados sobre a soroprevalência e determinar os fatores de risco associados à infecção canina. Quatrocentos e trinta (430 cães foram aleatoriamente avaliados pelo teste de imunofluorescência indireta, considerando-se variáveis relacionadas aos animais, o ambiente e o conhecimento por parte dos proprietários sobre aspectos da CLV e seu controle. Dos 430 cães, 95 (22,1% apresentaram-se soros reagentes para leishmaniose, e os animais que viviam em ambiente rural apresentaram risco 1,9 vezes maior de adquirir a infecção dos que aqueles em ambiente urbano (p = 0,01; OR 1,9. Fatores relacionados aos hábitos dos animais, tais como o livre acesso à rua e função de guarda, foram considerados indicadores para prever a infecção por Leishmania sp. (p.< 0,05 em análise estatística univariada. A presença de atividade agr

  9. Fauna de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae em área endêmica de leishmaniose visceral canina na região metropolitana de São Luís – MA, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Aranha da Penha

    2013-01-01

    Este estudo objetivou identificar a fauna de Phlebotominae (Diptera Psychodidae em área com ocorrência de leishmaniose visceral do município de São Luís, MA. A captura dos flebotomíneos foi realizada no distrito do Tirirical, com o uso de armadilhas luminosas do tipo CDC no intradomicílio e peridomicílio (abrigo de animais das 18 às 6 horas, uma vez por mês, em quatro pontos fixos de coleta, de agosto de 2005 a julho de 2006. Um total de 4.326 flebotomíneos (machos: 2.808/64,9% e fêmeas: 1.518/35,1% foi capturado. Sete espécies foram identificadas: Lutzomyia longipalpis (Lutz & Neiva (2.317/53,5%, L. whitmani (Antunes & Coutinho (1.761/40,7%, L. antunesi (Coutinho (120/2,8%, L. evandroi (Costa Lima & Antunes (99/2,3%, L. sordellii (Shannon & Del Ponte (14/0,3%, L. flaviscutellata (Mangabeira (12/0,3% e L. richardwardi (Ready & Fraiha (3/0,1%. Lutzomyia longipalpis e L. whitmani, as espécies mais prevalentes, ocorreram durante todo o ano. A presença de L. longipalpis explica a transmissão de casos autóctones de leishmaniose visceral canina. Destaca-se, ainda, a presença de L. whitmani e L. flaviscutellata, vetores de Leishmania braziliensis and L. amazonensis, agentes etiológicos de leishmaniose cutânea e/ou mucocutânea e leishmaniose cutânea difusa, respectivamente.

  10. CONOCIMIENTOS, ACTITUDES Y PRÁCTICAS DE LACTANCIA MATERNA EN MADRES DE NIÑOS DE COMUNIDAD RURAL PERUANA Y SU ASOCIACIÓN CON LA DIARREA AGUDA INFECCIOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LE Veramendi-Espinoza

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Asociar los Conocimientos, Actitudes y Prácticas (CAP sobre la lactancia materna de las madres con la frecuencia de DAI en los últimos seis me- ses del niño menor de dos años. Metodología: Estudio analítico de corte transversal. Lugar: Centro poblado Huaylas, Ancash-Perú, durante febrero de 2011. Participantes: 34 madres de niños menores de 2 años. Intervenciones: Encuesta CAP mediante entrevista a domicilio y revisión de las historias clínicas para confirmar DAI. Principales medidas de resultados: Puntaje obtenido en la encuesta para las distintas variables CAP. Resultados: Se halló conocimiento de medio a bajo en 76,5% de las madres encuestadas, actitudes neutras en 58,8% y favorables en 20,6 y prácticas neutras en 64,7% e inadecuadas en 23,5%. No se encontró correlación entre estos. Conclusión: No se logró establecer ningún tipo de asociación estadísticamente significativa entre conocimientos, actitudes y prácticas de lactancia materna con diarreas agudas infecciosas.

  11. CONOCIMIENTOS, ACTITUDES Y PRÁCTICAS DE LACTANCIA MATERNA EN MADRES DE NIÑOS DE COMUNIDAD RURAL PERUANA Y SU ASOCIACIÓN CON LA DIARREA AGUDA INFECCIOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LE Veramendi-Espinoza

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivo:  Asociar los Conocimientos, Actitudes y Prácticas (CAP sobre la lactancia materna de las madres con la frecuencia de DAI en los últimos seis  meses del niño menor de dos  años. Metodología: Estudio analítico de corte transversal. Lugar: Centro poblado Huaylas, Ancash-Perú, durante febrero de 2011. Participantes:  34 madres de niños menores de 2 años. Intervenciones: Encuesta CAP mediante entrevista a domicilio y revisión de las historias clínicas para confirmar DAI. Principales medidas de resultados: Puntaje obtenido en la encuesta para las distintas variables CAP. Resultados: Se halló conocimiento de medio a bajo en 76,5% de las madres encuestadas, actitudes neutras en 58,8% y favorables en 20,6 y prácticas neutras en 64,7% e inadecuadas en 23,5%. No se encontró correlación entre estos. Conclusión: No se logró establecer ningún tipo de asociación estadísticamente significativa entre conocimientos, actitudes y prácticas de lactancia materna con diarreas agudas infecciosas.

  12. Achados clínico-laboratoriais de uma série de casos com endocardite infecciosa Clinical and laboratory findings in a series of cases of infective endocarditis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla A.Z. Pereira

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os achados clínico-laboratoriais da endocardite infecciosa (EI em 28 crianças, em Vitória/ES. MÉTODO: Estudo retrospectivo dos prontuários de 28 crianças, com idade abaixo de 18 anos e diagnóstico de endocardite infecciosa, internadas no serviço de infectologia do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória - Espírito Santo, no período de janeiro de 1993 a dezembro de 2001. Os critérios para diagnóstico de endocardite infecciosa foram os do Duke Endocarditis Service (Duke University, Durham, North Carolina - USA: critérios maiores (hemoculturas e ecocardiograma positivos e critérios menores (febre, doença cardíaca prévia, sopro cardíaco recente, fenômenos vasculares e imunológicos. Através de protocolo específico, preenchido pelos médicos-residentes e acadêmicos do serviço de infectologia, e revisados pelos médicos da equipe, foram anotadas as idades, sexo, achados clínicos e laboratoriais, e os resultados da ecocardiografia transtorácica das 28 crianças que preenchiam os critérios clínicos e laboratoriais. Em todos os casos, as hemoculturas foram realizadas com coleta do sangue (três amostras, sob condições assépticas e com inoculação em meios aeróbicos e anaeróbicos, incubados a uma temperatura de 37ºC e testados com sistema automatizado Vitec System® (Biolab. RESULTADOS: Das 28 crianças, 16 eram do sexo masculino, com idade entre 3 e 180 meses (média 70,6±59,2 m, e a maioria (68% era procedente da região metropolitana de Vitória. Metade apresentava cardiopatia prévia. Os achados clínicos mais freqüentes que levaram à suspeita de EI foram: febre prolongada (100%, sopro cardíaco (67,9%, dispnéia (57,1%, hepatomegalia (57,1%, fenômenos vasculares (32,2%, esplenomegalia (28,6% e nódulos de Osler (7,1%. Foram colhidas hemoculturas dos 28 casos, sendo 16 (57,1% positivas. O S. aureus adquirido na comunidade foi o germe mais freqüentemente isolado (9

  13. Hepatitis C virus and human T-lymphotropic virus coinfection: epidemiological, clinical, laboratory and histopathological features Coinfecção vírus da hepatite C-vírus linfotrópico de células T humanas: aspectos epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e histopatológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Augusto Pádua Milagres

    2009-08-01

    Full Text Available Twenty-four hepatitis C virus patients coinfected with human T-lymphotropic virus type 1 were compared with six coinfected with HTLV-2 and 55 with HCV alone, regarding clinical, epidemiological, laboratory and histopathological data. Fischer's discriminant analysis was applied to define functions capable of differentiating between the study groups (HCV, HCV/HTLV-1 and HCV/HTLV-2. The discriminant accuracy was evaluated by cross-validation. Alcohol consumption, use of intravenous drugs or inhaled cocaine and sexual partnership with intravenous drug users were more frequent in the HCV/HTLV-2 group, whereas patients in the HCV group more often reported abdominal pain or a sexual partner with hepatitis. Coinfected patients presented higher platelet counts, but aminotransferase and gamma-glutamyl transpeptidase levels were higher among HCV-infected subjects. No significant difference between the groups was seen regarding liver histopathological findings. Through discriminant analysis, classification functions were defined, including sex, age group, intravenous drug use and sexual partner with hepatitis. Cross-validation revealed high discriminant accuracy for the HCV group.Compararam-se 24 pacientes coinfectados pelos vírus da hepatite C/vírus linfotrópico de células T humanas do tipo 1 com 6 coinfectados por VHC/HTLV-2 e 55 infectados pelo VHC, no tocante a dados clínico-epidemiológicos, laboratoriais e histopatológicos. A análise discriminante de Fischer foi utilizada para definir funções capazes de diferenciar os grupos de estudo (VHC, VHC/HTLV-1 e VHC/HTLV-2. A acurácia discriminatória foi avaliada pelo por validação cruzada. O uso de álcool, drogas endovenosas, cocaína inalatória e a parceria sexual com UDEV foram mais freqüentes no grupo VHC/HTLV-2, enquanto queixa de dor abdominal e parceiro sexual com hepatite predominaram no grupo VHC. Os coinfectados apresentaram número maior de plaquetas, enquanto as aminotransferases e

  14. Immunization aganist hepatitis B in children from endemic zone: evaluation of the antibody response against the DNA recombinant vaccine (Engerix B-20 mcg Imunização contra Hepatite B em crianças de zona endêmica: avaliação da resposta de anticorpo à vacina HB recombinante (Engerix B-20mcg

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.R.B. Ferreira

    1993-02-01

    Full Text Available A previous seroepidemiological study in the rural zone of Vargem Alta (ES SouthEast of Brazil, showed a prevalence of up to 9% of hepatitis B surface antigen (HBsAg in some areas. One hundred susceptible children aging 1 to 5 years old were selected and immunized with a recombinant DNA hepatitis B vaccine (Smith-Kline 20 mcg using the 0-1-6 months vaccination schedule. Blood samples were collected at the time of the first vaccine dose (month 0 in order to confirm susceptible individuals and 1,3,6 and 8 months after the first dose , to evaluate the antibody response. Our results showed that two and five months after the second dose, 79% and 88% of children seroconverted respectively, reaching 97% after the third dose. The levels of anti-HBs were calculated in milli International Units/ml (mIU/ml and demonstrated the markedly increase of protective levels of antibodies after the third dose. These data showed a good immunogenicity of the DNA recombinant hepatitis B vaccine when administered in children of endemic areas.Um estudo soroepidemiológico prévio na zona rural de Vargem Alta (ES - Sudeste do Brasil, mostrou uma predominância de até 9% do antígeno de superfície da Hepatite B (HBsAg. Foram selecionadas 100 crianças com faixa etária entre 1 e 5 anos de idade, as quais foram imunizadas com vacina contra Hepatite B -DNA recombinante (Smith-Kline,20 mcg nos meses 0,1 e 6. Foram coletadas amostras de sangue antes da primeira dose da vacina (mês 0 para confirmação dos susceptíveis, e nos meses 1,3,6 e 8 após a vacinação para avaliação da resposta vacinai. Os resultados mostraram que 79 e 88% das crianças apresentaram soroconversão dois e cinco meses após a segunda dose respectivamente, atingindo 97% de soroconversão, após a 3a.dose. Os níveis de anti-HBs foram calculados em miliunidades internacionais/ml (mUI/ml, demonstrando um considerável aumento dos níveis de anticorpos protetores após a 3a. dose. Os resultados

  15. Estudo soroepidemiológico da infecção pelo vírus da hepatite B entre portadores do vírus da imunodeficiência humana/sida na cidade de Belém, Pará - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi estudar a prevalência de infecção pelo virus da hepatite B em 406 portadores do virus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, assim como analisar possíveis fatores de risco para a infecção. A prevalência global de infecção pelo virus da hepatite B foi de 51% (IC: 46,1 - 55,8, com 7,9% (IC: 5,3 - 10,5 para o HBsAg, 45,1% (IC: 40,3 - 49,9 para o anti-HBc e 32,3% (IC: 27,5 - 36,8 para o anti-HBs. Após ajuste por regressão logística, os marcadores sorológicos de infecção pelo vírus da hepatite B apresentaram associação com as seguintes variáveis: idade, situação conjugal e preferência sexual. A prevalência dos marcadores do vírus B nos heterossexuais foi 28,7% e 68,8% nos homossexuais/bissexuais (IC: 3,50 - 9,08; OR: 5,63; p=0,000. Quanto à situação conjugal, a categoria com companheiro fixo/casado apresentou freqüência de 31%, e foi de 58,7% a observada no grupo sem companheiro fixo (IC: 1,29 - 3,63; OR: 2,16; p=0,003. A análise multivariada não mostrou associação do vírus B com o uso de drogas ilícitas injetáveis.

  16. Prevalência dos marcadores sorológicos dos vírus das hepatites B e D na área indígena Apyterewa, do grupo Parakanã, Pará, Brasil Prevalence of hepatitis B and D serological markers in the Parakanã, Apyterewa Indian Reservation, Pará State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloisa Marceliano Nunes

    2007-11-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a prevalência dos vírus das hepatites B (HBV e D (HDV, nas aldeias Apyterewa e Xingu, do grupo Parakanã, e avaliar o impacto da vacinação contra a hepatite B, iniciada nessas aldeias em 1995, foram coletadas, em 2004, 258 amostras de soro para análise dos marcadores sorológicos das hepatites B e D, por técnicas imunoenzimáticas; cujos resultados revelaram padrão de endemicidade moderada com prevalência total de infecção pelo HBV de 55,7%, com 5,4% de portadores do vírus, na aldeia Apyterewa, e de 49,5%, com 1,1% de portadores, na Xingu; 31,4% de anti-HBs+ como marcador isolado nas duas aldeias, e não foi detectada sorologia positiva para o HDV entre portadores do HBV. Caracterizamos, em base laboratorial, a presença de portadores crônicos do HBV, ausência de portadores do HDV e emergência de perfil vacinal entre os susceptíveis, confirmando a efetividade e a necessidade de manter a vacinação, principalmente no primeiro ano de vida, e, ainda, a necessidade de desenvolver vigilância epidemiológica efetiva para detecção precoce da infecção pelo HDV, entre os portadores do HBV.In order to study the prevalence of hepatitis B (HBV and D (HDV viruses in the Parakanã Indians and to evaluate the impact of hepatitis B vaccination beginning there in 1995, 258 serum samples were analyzed in the year 2004 for hepatitis B and D serological markers using immunoenzymatic techniques; the results showed a moderate endemic pattern, with a total prevalence of HBV infection of 55.7% and 5.4% of virus carriers in the Apyterewa village and 49.5% with 1.1% of HBV carriers in the Xingu village; 31.4% of anti-HBs+ as an isolated marker in both villages and no detection of positive serological tests for HDV among HBV carriers. The laboratory analysis thus showed the presence of chronic HBV carriers, absence of HDV carriers, and an emerging vaccine profile among susceptibles, confirming the effectiveness and need to

  17. Hepatitis C viral load does not predict disease outcome: going beyond numbers A carga viral do vírus da hepatite C não prediz a evolução: indo além dos números

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evaldo Stanislau Affonso de ARAÚJO

    2002-04-01

    Full Text Available The analysis of 58 patients with chronic hepatitis C without cirrhosis and treated with interferon-alpha demonstrated that hepatitis C viral (HCV load does not correlate with the histological evolution of the disease (p = 0.6559 for architectural alterations and p = 0.6271 for the histological activity index. Therefore, the use of viral RNA quantification as an evolutive predictor or determinant of the severity of hepatitis C is incorrect and of relative value. A review of the literature provided fundamental and interdependent HCV (genotype, heterogeneity and mutants, specific proteins, host (sex, age, weight, etc and treatment variables (dosage, time of treatment, type of interferon within the broader context of viral kinetics, interferon-mediated immunological response (in addition to natural immunity against HCV and the role of interferon as a modulator of fibrogenesis. Therefore, viral load implies much more than numbers and the correct interpretation of these data should consider a broader context depending on multiple factors that are more complex than the simple value obtained upon quantification.Através da análise de 58 pacientes tratados com Interferon Alfa em função de hepatite C crônica e sem cirrose, demonstramos que a carga viral do Vírus da Hepatite C (VHC não se correlacionou com a evolução histológica da doença (p = 0,6559 para alterações arquiteturais e p = 0,6271 para o Índice de Atividade Histológica-IAH. Assim a utilização da quantificação do RNA viral como preditor evolutivo ou determinante da gravidade da hepatite C é incorreto e de valor relativo. Revisando o tema encontramos variáveis do VHC (genótipo, heterogeneidade e mutantes, proteínas específicas, do hospedeiro (sexo, idade, peso, etc e dos medicamentos (posologia, tempo de tratamento, tipo de Interferon fundamentais e interdependentes, inseridas no contexto mais amplo da cinética viral, da resposta imunológica mediada pelo Interferon (al

  18. HIV, syphilis, and hepatitis B and C prevalence among patients with mental illness: a review of the literature Prevalência de infecção por HIV, sífilis e hepatite B e C entre portadores de doenças mentais crônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorenza Nogueira Campos

    2008-01-01

    Full Text Available A limited number of studies worldwide have investigated the prevalence of HIV, syphilis, and hepatitis B and C infection among psychiatric patients. However, prevalence of these infections in the population with chronic mental illness has not been clearly established. Most of the published papers are from developed countries and have derived from relatively small and non-representative samples. We performed a systematic review of the published literature to identify studies on these infectious diseases within psychiatric populations in Brazil and other developing countries. Overall, prevalence rates varied from 0% to 29% for HIV; 1.6% to 66% for HBV; 0.4% to 38% for HCV; and 1.1% to 7.6% for syphilis. Several risk factors were identified and discussed, although sampling limitations restrict the generalization of study findings. This review highlights the lack of information on the prevalence of sexually transmitted diseases and their associated factors among persons with chronic mental illness and identifies gaps in the knowledge base in both developing and developed countries.Os portadores de doenças mentais crônicas encontram-se em risco para a infecção pelo HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis. Entretanto, a prevalência dessas infecções entre portadores de doença mental crônica ainda não está claramente estabelecida nesta população. A maioria dos trabalhos sobre o tema foi conduzida em países desenvolvidos, com amostras relativamente pequenas e não representativas. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura para identificar estudos sobre a prevalência do HIV, sífilis, hepatite B e C entre pacientes com doença mental crônica no Brasil e no mundo. De um modo geral, as prevalências variaram de 0% a 29%, 3 a 66%, 0,4 a 38% e 3,3% a 7,6% para HIV, hepatite B, hepatite C e sífilis, respectivamente. Vários fatores de risco foram identificados e discutidos, embora a literatura atual não demonstre

  19. Expressão da proteína oligomérica da matriz da cartilagem (COMP/Trombospondina 5 em pacientes portadores de hepatite C crônica =Cartilage oligomeric matrix expression in patients with chronic hepatitis C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coelho, Jaqueline Costa et al.

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivos: A Hepatite C crônica é uma doença insidiosa e progressiva que necessita de avaliação histológica hepática. Vários marcadores séricos têm sido estudados. A Cartilagem Oligomérica da Matrix Extracelular (COMP é o quinto elemento da família das trombospondinas, proteínas extracelulares ligadoras de cálcio, sendo inicialmente isolada no tecido cartilaginoso. Um único estudo investigou a expressão da COMP em tecido hepático normal, portador de cirrose e hepatocarcinoma. Nosso estudo visa avaliar os níveis séricos de COMP em pacientes portadores de hepatite C crônica. Métodos e resultados: Níveis séricos de COMP foram dosados em 10 pacientes com Hepatite C crônica (casos e 100 pacientes saudáveis (controles. A diferença entre a COMP dos dois grupos não foi significativamente estatística e nem relacionada ao estágio clínico de fibrose hepática, genótipo viral, níveis plaquetários ou alterações de transaminases. Purpose: Chronic hepatitis C is an insidiously progressive disease, in witch repeated assessment of liver histology is required. Various serum markers have now been introduced. Cartilage oligomeric matrix protein (COMP is the fifth member of the trombospondin family of extra cellular calcium-binding proteins. It was initially isolated and characterized in cartilage tissue. One study investigated the expression of COMP in normal liver, liver cirrhosis and hepatocellular carcinoma tissues. Our present aim was to asses the serum COMP in patients with chronic hepatitis C. Methods and results: Serum levels of COMP were measured in 10 patients with chronic hepatitis C (cases and 100 healthy patients (controls. The difference between two groups was not statistical significant and not related to clinical stage of liver fibrosis, virus genotypes, platelets or transaminases alterations. Conclusion: COMP was absent or rarely expressed

  20. High prevalence of hepatitis C infection among Brazilian hemodialysis patients in Rio de Janeiro: a one-year follow-up study Alta prevalência de infecção pelo virus da hepatite C em pacientes de hemodiálise do Rio de Janeiro: estudo de acompanhamento durante 1 ano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B. O. M. Vanderborght

    1995-02-01

    Full Text Available Nearly 400 hemodialysis patients treated at 5 different hemodialysis units in Rio de Janeiro were tested for one year for the presence of hepatitis C and B markers. During the same period, samples were also obtained from 35 continuous ambulatory peritoneal dialysis (CAPD patients and from 242 health care workers. Depending on the hemodialysis unit studied, anti-HCV prevalence rates ranging from 47% to 82% (mean 65% were detected. CAPD patients showed a lower prevalence of 17%. The prevalence of antibodies against hepatitis C virus (anti-HCV among health care workers was 2.9%. We observed a hepatitis C attack rate of 11.5% per year in the anti-HCV-negative hemodialysis patient population. An average of 9.4% of the hemodialysis patients were chronic carriers of hepatitis B virus (HBV (range 1.8% - 20.4%, while 48.9% showed markers of previous HBV infection. The HBV attack rate was 4.5% per year (range 0% - 6%. These results indicate an alarming high prevalence of anti-HCV among hemodialysis patients of this studied region.Aproximadamente 400 pacientes de hemodiálise tratados em 5 diferentes unidades no Rio de Janeiro foram acompanhados durante 1 ano para presença de marcadores virais de hepatite B e C. Durante o mesmo período, amostras foram também de 35 pacientes ambulatoriais de diálise peritonial contínua (CAPD e de 242 funcionários das unidades. Dependendo da unidade em estudo foram detectadas prevalências de anti-HCV variando de 47% a 82% (média 65%. Pacientes de CAPD demonstraram uma baixa prevalência de 17%. A prevalência de anti-HCV em funcionários foi de 2.9%. Observamos uma taxa de ataque de hepatite C de 11.5% por ano na população paciente de hemodiálise anti-HCV-negativo. Uma média de 9.4% de pacientes de hemodiálise eram portadores crônicos do vírus da hepatite B (VHB (taxa de 1.8% a 20.4%, enquanto 48.9% apresentaram marcadores de infecção passada de HBV. A taxa de ataque de HBV foi de 4.5% por ano (taxa de 0% a

  1. Análise de fatores associados à não aceitação da vacina contra hepatite B em adolescentes escolares de baixa renda Analysis of factors associated with non-acceptance of hepatitis B vaccine among low income adolescent students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Dias da Silva Oliveira

    2007-10-01

    Full Text Available Para avaliar os fatores de predição da não adesão à vacina contra o vírus da hepatite B (VHB em adolescentes escolares de baixa renda da Região Metropolitana de Goiânia, Goiás, 304 indivíduos suscetíveis ao VHB, matriculados em duas escolas, foram entrevistados e a vacina contra hepatite foi oferecida. Somente 195 (64% adolescentes aceitaram a primeira dose da vacina. Por outro lado, 182/195 (93,3% receberam o esquema completo. Verificou-se que fatores escolares exerceram um papel na aceitação da vacina, uma vez que a escola B e turno noturno foram independentemente associados à não adesão à vacina. Os achados deste estudo ratificam a baixa aceitação da vacina contra hepatite B em adolescentes e evidenciam a necessidade de programas de educação em saúde para sensibilização desse grupo em relação à vacinação, e reforçam a importância de estratégias de imunização na escola para o cumprimento do esquema completo da vacina contra o VHB nesta população-alvo.To evaluate the predictor factors for non-acceptance of hepatitis B vaccine among low-income adolescent students in the Goiânia Metropolitan Region, Goiás State, Brazil. In this study, 304 HBV-susceptible individuals enrolled in two schools were interviewed, and the HBV vaccine was offered. Only 195 (64% of adolescents accepted the first dose of vaccine. On the other hand, 182/195 (93.3% received the full HBV vaccine scheme. School factors played a role in vaccine acceptance, as School B and night classes were independently associated with non-acceptance of hepatitis B vaccination. The findings of this study ratify the low acceptance of hepatitis B vaccine among adolescents, highlighting the need for health education programs aiming at this group for hepatitis B vaccinations, while buttressing the importance of school-based vaccination strategies for attaining full HBV immunization of this target population.

  2. Desenvolvimento de um estudo piloto de uma pesquisa que visa identificar fatores de risco associados às infecções pelo HIV, hepatites B, C e sífilis em população carcerária

    OpenAIRE

    Ilham El Maerrawi

    2009-01-01

    Introdução: A população confinada é um segmento exposto a certas situações que aumentam sua vulnerabilidade frente às doenças sexualmente transmissíveis. Infecções pelo HIV, hepatites B e C e sífilis encontram no sistema prisional um ambiente favorável às suas propagações. Estudos em população confinada são cercados de entraves tanto burocráticos como relacionados com a ética e segurança. Assim, assume grande importância um estudo - piloto para, entre outras coisas, identificar pontos prós e ...

  3. Aspectos sociodemográficos da soroprevalência de marcadores do vírus da hepatite A no povoado de Cavunge, região do semi-árido do Estado da Bahia Sociodemographical aspects of seroprevalence of hepatitis A virus in the settlement of Cavunge, a semi-arid region of Bahia State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delvone Almeida

    2006-02-01

    Full Text Available No Povoado de Cavunge, semi-árido da Bahia, foi realizado estudo sobre as hepatites com objetivo de avaliar a prevalência de portadores de IgG anti-VHA. Foram avaliados 891 moradores e 85,9% foram soropositivos. A prevalência foi semelhante entre os sexos. Na zona urbana houve aumento da prevalência com a idade.In Cavunge community, a rural pvillage of the dry tropic in Bahia State, Brazil, a sentinel study on viral hepatitis was developed to characterize the seroprevalence of hepatitis A. The presence of IgG anti-HAV was analyzed in 891 citizens and 85.9% were positive. The prevalence was similar between genders and increased with age.

  4. Prevalência elevada de hepatite C no distrito de Botafogo, cidade de Bebedouro, interior do Estado de São Paulo, Brasil, 2007 High prevalence of hepatitis C in the district of Botafogo, municipality of Bebedouro, São Paulo State, Brazil, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina de Brito Ramalho Luz Ferrão

    2009-02-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi estimar a prevalência de hepatite C nos moradores de Botafogo, distrito de Bebedouro, São Paulo, Brasil, e estudar possíveis fatores associados. Em cada domicílio foi sorteado um indivíduo com idade mínima de 18 anos, submetido a um questionário que levantava variáveis sócio-demográficas e fatores associados à infecção por hepatite C. Ao mesmo tempo, foi coletada uma amostra de sangue para realização de exames imunoenzimáticos. As amostras positivas ao anti-HCV foram submetidas à detecção do RNA viral. A prevalência de hepatite C encontrada foi 8,8% (IC95%: 5,8-11,7 e as variáveis preditoras independentes para o risco de infecção foram: sexo masculino, tempo de residência no local superior a trinta anos e uso de medicações parenterais com material não descartável, esterilizado com técnica de fervura. A prevalência elevada de infecção pela hepatite C nessa população relativamente isolada, de características rurais, parece ser resultado de exposições pregressas a injeções com material não adequadamente esterilizado, com algumas evidências apontando para a possibilidade de envolvimento de um antigo farmacêutico prático, que centralizava a aplicação desses produtos e era possivelmente um portador crônico da infecção.This article aimed to estimate the prevalence of hepatitis C in Botafogo, a district of Bebedouro, São Paulo State, Brazil, and investigate possible risk factors. One individual over 18 years of age was selected from each household to answer a questionnaire on socio-demographic variables and factors associated with hepatitis C. Blood samples were also drawn for immunoenzymatic tests. Positive HCV-antibody samples were submitted to viral RNA detection. HCV prevalence was 8.8% (95%CI: 5.8-11.7, and independent variables associated with risk of infection were: male gender, time of local residence > 30 years, and history of injected medication using non

  5. Prevalence of antibodies against hepatitis A virus among the Kuikuro and Kaiabi Indians of Xingu National Park, Brazil Prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A entre os índios Kuikuro e Kaiabi do Parque Indígena do Xingu, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Mindlin Lafer

    2007-06-01

    Full Text Available A seroprevalence study to detect total antibodies against Hepatitis A Virus was done with 220 samples from 589 Native Indians from Xingu National Park, Brazil, in five Kaiabi and Kuikuro villages, the most populous ethnic groups. Using a commercial immunoassay kit we detected 97.7% positive samples (95% Confidence Interval: 95%-99%. We noticed a precocious seroconversion, before the age of six years, when the disease is usually asymptomatic. These results are similar to those found in the literature in non-Indian population studies of the Northern, Northeastern and West Central regions of Brazil. They suggest that it is not necessary to introduce vaccination against Hepatitis A in these highly endemic populations.Um estudo de soroprevalência para detectar anticorpos totais contra o Vírus da Hepatite A foi realizado com 220 amostras obtidas de 589 indivíduos de cinco aldeias indígenas das tribos Kaiabi e Kuikuro, as mais populosas do Parque Nacional do Xingu, Brasil. Utilisando um kit comercial de ensaio imunoenzimático, detectamos 97,7% amostras positivas (Intervalo de Confiança de 95%: 95%-99%, com uma soroconversão precoce, antes dos seis anos de idade, quando a doença costuma ser assintomática. Estes resultados são semelhantes aos resultados encontrados na literatura em estudos com populações não-indígenas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil, e sugere que não há necessidade de introdução de vacinação contra Hepatite A nestas populações de alta endemicidade.

  6. Prevalência de tripanossomíase americana, sífilis, toxoplasmose, rubéola, hepatite B, hepatite C e da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, avaliada por intermédio de testes sorológicos, em gestantes atendidas no período de 1996 a 1998 no Hospital Universitário Regional Norte do Paraná (Universidade Estadual de Londrina, Paraná, Brasil Prevalence of american trypanosomiasis, syphilis, toxoplasmosis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, human immunodeficiency virus infection, assayed through serological tests among pregnant patients, from 1996 to 1998, of the Hospital Universitário Regional Norte do Paraná (Londrina State University, Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Maria Vissoci Reiche

    2000-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar a soroprevalência de tripanossomíase americana, sífilis, toxoplasmose, rubéola, hepatite B, hepatite C e infecção pelo vírus da imunodeficiência humana em gestantes atendidas no Hospital Universitário Regional Norte do Paraná, da Universidade Estadual de Londrina, Paraná, foi realizado estudo retrospectivo dos resultados dos testes sorológicos efetuados no período de junho de 1996 a junho de 1998. As taxas de positividade encontradas foram: 0,9% para tripanossomíase americana, 1,6% para sífilis, 67% (IgG e 1,8% (IgM para toxoplasmose, 89% (IgG e 1,2% (IgM para rubéola, 0,8% para hepatite B (AgHBs, 0,8% para hepatite C e 0,6% para infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. Observou-se associação entre o aumento da soroprevalência de tripanossomíase americana com a idade das gestantes (p = 0,006. Os resultados reafirmam a importância da realização destes testes sorológicos no atendimento pré-natal, com a finalidade de realizar o diagnóstico e, eventualmente, adotar medidas para prevenir a transmissão congênita ou perinatal dessas doenças.In order to evaluate the seroprevalence of the american trypanosomiasis, syphilis, toxoplasmosis, rubella, hepatitis B infection, hepatitis C infection and human immunodeficiency virus infection among pregnant women attended at the Hospital Universitário Regional Norte do Paraná, Londrina State University, Paraná, a retrospective study of the serologic results performed in the prenatal routine during the period of June 1996 to June 1998 was carried out. The rates of seropositivity were as follows: american trypanosomiasis = 0.9%, syphilis = 1.6%, toxoplasmosis = 67% (IgG and 1.8% (IgM, rubella = 89% (IgG and 1.2% (IgM, hepatitis B surface antigen = 0.8%, hepatitis C virus = 0.8% and human immunodeficiency virus infection = 0.6%. An association between the increase in the seroprevalence of Chagas' disease and patient age was detected (p=0

  7. Conhecimento dos pais sobre profilaxia de endocardite infecciosa em crianças portadoras de cardiopatias congênitas Parents' knowledge of infective endocarditis in children with congenital heart disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Haag

    2011-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As diretrizes para profilaxia de endocardite infecciosa mudaram, mas muitas cardiopatias congênitas seguem sendo consideradas de alto risco para o desenvolvimento da doença. OBJETIVO: Avaliar o conhecimento dos pais ou responsáveis pelas crianças e adolescentes portadores de cardiopatias atendidos em um serviço de referência no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, sobre endocardite infecciosa e sua profilaxia. MÉTODOS: Estudo transversal com 90 pacientes portadores de cardiopatias congênitas em acompanhamento ambulatorial regular. O conhecimento dos pais foi avaliado com o uso de questionário específico e os demais dados foram obtidos por meio da revisão de prontuários. RESULTADOS: A mediana da idade dos pacientes foi de 5,6 anos (3 meses - 14 anos e 7 meses, sendo 57,7% do sexo masculino. A mediana de tempo de acompanhamento no serviço foi de 3,49 anos (1,20-7,38 anos. Os anos de estudo formal dos pais apresentaram média de 7,67 ± 3,25 anos. De acordo com o escore previamente estabelecido, o conhecimento dos pais entrevistados foi considerado satisfatório em 37,7% dos casos, regular, em 33,3% e insatisfatório, em 28,8%. Houve correlação significativa entre o índice de conhecimento dos pais e tempo de acompanhamento das crianças no serviço (r=0,584; PINTRODUCTION: The guidelines to prophylaxis of infectious endocarditis changed, but many congenital heart diseases continue to be considered as high risk for the development of the disease. OBJECTIVE: To evaluate the knowledge of parents or guardians of children and adolescents with congenital heart disease seen at a referral center in Rio Grande do Sul, Brazil on infective endocarditis and its prevention. METHODS: Cross-sectional study with 90 patients with congenital heart defects in regular outpatient treatment. The parents' knowledge was assessed using a specific questionnaire and other data were obtained through medical records. RESULTS: The median age of

  8. El suero de convaleciente concentrado en las enfermedades infecciosas, con especial aplicación al tifo exantemático, a la parotiditis, al sarampión y a la varicela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Macchiavello

    1943-04-01

    Full Text Available Después de los ensayos de prevención del Tifo Exantemático realizadas utilizando suero de convalecientes, el método fué prácticamente abandonado por sus resultados inconstantes y por la escasa potencia de los sueros. Igual cosa puede decirse respecto a las propiedades curativas, aun menores que las preventivas. Evidentemente, el suero de convalecientes tifosos se muestra menos activo que el de convalecientes de otras enfermedades infecciosas, como sarampión, parotíditis, etc. (1 a 4. En 1935, Zinsser y Castañeda logran obtener suero de caballo hiperinmune contra el Tifo, el mismo que pudo ser concentrado aprovechando la fracción globulínica isoluble en agua. Con este suero, los autores citados logran proteger contra el Tifo experimental del cobayo, variedad mejicana, y con el suero concentrado, los mismos investigadores, con Hager, logran, posteriormente, protección contra el virus del Tifo europeo experimental. (5, 6, 7. Varela y Parada, comprueban lo primero y Macchiavello, lo último, en gran número de experiencias de lo que nosotros designamos como sero-proteccíón (suero inyectado por distinta vía y no necesariamente al mismo tiempo que el virus, y, principalmente, sin que haya habido contacto previo entre ambos (7 a 8. Bustamante, Varela y Bosque Pichardo, y luégo, los dos primeros autores con Ríos Negri, comprueban el valor preventivo del suero de Harvard contra el tifo mejicano del hombre y Macchiavello en Valparaíso, 1937, contra el tifo epidémico europeo (9, 10, 11.

  9. As práticas de precauções/isolamento a partir do diagnóstico de internação em unidade de moléstias infecciosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Moralez de Figueiredo

    2006-12-01

    Full Text Available Objetivando analisar a utilização de uma unidade de internação para doenças infecciosas em um hospital geral de médio porte, foram avaliados 95 prontuários sendo 72,6% dos pacientes do sexo masculino, a média de idade de 41 anos e a média de internação de 15,7 dias. A taxa de óbito foi de 12,6%. Os principais diagnósticos médicos foram AIDS em 52,4% dos pacientes e tuberculose em 6,3% dos pacientes. A especialidade infectologia internou 35,8% dos pacientes. Quanto às precauções para transmissão 14,7% necessitaram de precauções aérea, 8,5% de contato, 1,1% gotículas e os demais 75,7% precauções padrão. Evidencia-se grande diversidade de critérios para internação na unidade e não apenas o caráter infeccioso da doença, além da manutenção de registros do termo genérico “isolamento”. Sugere-se a uniformização da prática adotada, programas de educação em serviço que visem à apropriação e aplicação do conhecimento técnico, sobre as precauções, por toda equipe de saúde.

  10. Resultado do inquérito nacional sobre condutas no acompanhamento e no tratamento da recurrência da hepatite C em portadores de vírus C submetidos a transplante de fígado National survey about management and treatment options of hepatitis C recurrence after liver transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Lisboa Bittencourt

    2007-03-01

    Full Text Available RACIONAL: A recurrência da hepatite C no período pós-operatório do transplante hepático é um dos principais desafios atualmente enfrentados pela comunidade transplantadora. O tratamento com interferon peguilado e ribavirina tem sido associado à resposta virológica sustentada em 21% a 45% dos casos e constitui a única conduta eficaz, até o momento, para mudar o curso da progressão acelerada da doença no período pós-operatório do transplante hepático, que pode levar à perda do enxerto e à necessidade de retransplante. No entanto, a portaria n° 863 do Ministério da Saúde não disponibiliza esse tratamento para pacientes com recidiva da hepatite C após o transplante hepático. OBJETIVOS: Avaliar as condutas de acompanhamento e tratamento de pacientes com vírus C submetidos a transplante hepático em diferentes centros nacionais. MÉTODOS: Foram enviados questionários à maioria dos centros de transplante hepático nacionais de adultos sobre condutas acerca de acompanhamento e/ou tratamento de pacientes com hepatite C. RESULTADOS: Dezenove centros nacionais que congregam mais de 2 800 pacientes (51% com hepatite C submetidos a transplante hepático responderam o questionário. A maioria (53% usa tacrolimus e prednisona como esquema de indução e 32% usam esquemas diferenciados para hepatite C. Treze centros fazem biopsia protocolar para seguimento, sendo empregados diferentes critérios histológicos para diagnóstico de recurrência. Todos os centros indicam tratamento com interferon peguilado e ribavirina apenas na recurrência histológica da hepatite C e 46% empregam estádios de fibrose inferiores a F2 de acordo com a classificação METAVIR, mais leves do que aqueles preconizados para tratamento de pacientes não transplantados. A duração do tratamento é de 1 ano em 32% dos centros, baseada no genótipo em 21% e a la carte em 47%. A maioria dos centros (84% não interrompe o tratamento na 12ª semana, na ausência de

  11. Prevalência de marcadores do vírus da hepatite B em crianças de 3 a 9 anos em um município da Amazônia brasileira Prevalence of hepatitis B viral markers in children 3 to 9 years old in a town in the Brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Breder Assis

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e identificar as possíveis vias de infecção em crianças de 3 a 9 anos em um município da Amazônia brasileira. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 487 crianças matriculadas em creches e escolas públicas. Foram obtidos dados acerca de migração, história médica, exposição a fatores de risco clássicos para infecção, aspectos socioeconômicos e hábito de compartilhar a cama ou objetos de uso pessoal. Também foi investigada a presença no domicílio de morador com doença sexualmente transmissível, usuário de drogas injetáveis, dependente de bebida alcoólica, homens que faziam sexo com outro homem e pessoa com múltiplos parceiros sexuais, além de história de icterícia ou hepatite e de transfusão de hemoderivados. Foram obtidas amostras de sangue das crianças para pesquisa de marcadores virais. RESULTADOS: A prevalência de marcadores do vírus da hepatite B foi de 11,1% (54 crianças. Seis crianças (1,2% eram portadoras do HBsAg. Não houve associação entre marcadores virais e condições econômicas, escolaridade dos pais, condições higiênico-sanitárias, número de cômodos do domicílio, história prévia de icterícia ou hepatite, tratamento dentário, acidente com seringas e agulhas, reutilização de agulhas, transfusão de hemoderivados e hábito de compartilhar a cama ou objetos pessoais. Porém, as crianças que tiveram contato com usuário pesado de bebida alcoólica tenderam à maior prevalência de marcadores virais (P= 0,06. Dentre as crianças estudadas, 53 (10,9% haviam sido vacinadas contra a hepatite B, mas nenhuma havia completado o esquema vacinal de três doses. Na regressão logística, as variáveis "história de icterícia materna durante a gravidez," "mais de oito moradores no domicílio" e "profissão da mãe" mostraram associação com maior prevalência de marcadores virais. CONCLUSÃO: A população de

  12. Frequency of antiphospholipid antibodies in patients with infectious diseases using three different ELISA methods Freqüência de anticorpos antifosfolípides em pacientes com doenças infecciosas usando três diferentes testes de ELISA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mittermayer Barreto Santiago

    2006-02-01

    anticorpos anticardiolipina (aCL é o mais importante teste para o diagnóstico da síndrome antifosfolipídica (SAF. Entretanto esse teste também pode ser positivo em algumas doenças infecciosas. Tem sido sugerido que a detecção de anticorpos para uma mistura de fosfolípides ou para beta2-glicoproteína I (beta2-GP I teria uma maior especificidade para a SAF que o teste de ELISA-padrão para aCL. O objetivo do presente estudo é comparar a especificidade de três testes para anticorpos antifosfolípides (aFL em pacientes com doenças infecciosas. MÉTODOS: Anticorpos antifosfolípides foram pesquisados por três técnicas de ELISA, ou seja, o teste-padrão para aCL, o kit de ELISA APhL® e o teste para anti-beta2-GP I em pacientes com doenças infecciosas, tais como sífilis (69, leptospirose (33 e Calazar (30. RESULTADOS: A freqüência de positividade de aFL da classe IgG em pacientes com sífilis, leptospirose e Calazar foi de 13/69 (19%, 9/33 (27% e 2/30 (6%, respectivamente, com o ELISA-padrão para aCL versus 1/69 (1,4%, 0/33 (0% e 0/30 (0% com o kit de ELISA APhL®. A positividade do isotipo IgM foi de 10/69 (14%, 4/33 (12% e 1/30 (3%, respectivamente, com o ELISA-padrão para aCL, e 1/69 (1,4%, 0/33 (0% e 0/30 (0% com o kit de ELISA APhL®. Anticorpos da classe IgG contra beta2GPI foram detectados em 14/69 casos de sífilis (20%, 6/33 casos de leptospirose (18% e 16/30 casos de Calazar (53%. Assim, o kit de ELISA APhL® apresentou uma maior especificidade: 97% (95% CI: 92%-99% comparado com 81% (95% CI: 74%-87% para o teste de aCL-padrão e 72% (95% CI: 64%-79% para o teste de anticorpos anti-beta2 GPI. CONCLUSÕES: O kit de ELISA APhL® parece ser mais específico para a SAF que o ELISA-padrão para aCL, assim como o teste para anti-beta2GPI. Esse kit pode ser usado para ajudar no diagnóstico e na confirmação da SAF.

  13. Etiology, antimicrobial susceptibility profile and epidemiological aspects in canine otitis: a retrospective study of 616 casesEtiologia, perfil de sensibilidade aos antimicrobianos e aspectos epidemiológicos na otite canina: estudo retrospectivo de 616 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Baldim de Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available A retrospective study of etiology, antimicrobial susceptibility profile and multiple drug resistance, and major epidemiological aspects were investigated in 616 cases of canine otitis. Staphylococcus ? hemolitic (26.27%, Malassezia pachydermatis (12.35%, and Pseudomonas aeruginosa (8.8% were the most common microorganisms identified. The isolates were susceptible mainly to norfloxacin (89.62%, gentamicin (83.25%, and ofloxacin (80.16%. High occurrence of resistance of isolates was observed to neomicin (30.84% and cephalexin (27.63%. Multiple drug resistance to three or more and five or more of antimicrobials tested was observed in 34.9% and 15.5% of isolates, respectively. The cases of canine otitis occurred predominantly in first years of age, in mixed breeds animals, at autumn season. The presence of itch, bad smell, and secretion in ear conduct were the major signs observed at clinical examination. Estudo retrospectivo da etiologia, perfil de sensibilidade microbiana, ocorrência de multirresistência dos isolados e os principais aspectos epidemiológicos foram investigados em 616 casos de otite canina. Staphylococcus ? hemolítico (26,27%, Malassezia pachydermatis (12,35% e Pseudomonas aeruginosa (8,8% foram os micro-organismos mais frequentes. Os isolados foram sensíveis “in vitro” principalmente a norfloxacina (89,62%, gentamicina (83,25% e ofloxacina (80,16%. Alta ocorrência de resistência das linhagens foi observada frente à neomicina (30,84% e cefalexina (27,63%. A ocorrência de resistência múltipla a três ou mais e cinco ou mais dos antimicrobianos foi observada em, respectivamente, 34,9% e 15,5% dos isolados. Os casos ocorreram predominantemente nos primeiros anos de idade, em animais sem raça definida, no período do outono. A presença de prurido, mau cheiro e secreção no conduto auditivo foram os principais sinais observados ao exame clínico.

  14. Risk factors and clinical disorders of canine ehrlichiosis in the South of Bahia, Brazil Fatores de risco e alterações clínicas da erhlichiose canina no sul da Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Santiago Alberto Carlos

    2011-09-01

    Full Text Available The aim of this work was to study the clinical disorders and risk factors of canine ehrlichiosis in Ilhéus and Itabuna, Bahia, and compare different diagnostic methods. Blood samples were collected from 200 dogs. Each dog was clinically examined. A questionnaire was used to evaluate the risk factors. The blood samples were analyzed using the Dot-ELISA test; hematometry, platelet counts and searches for morulae on blood smears were performed. Nested PCR was carried out on 50 serologically positive samples and 50 negative samples. Three positive PCRs were sequenced. Thirty-six percent were serologically positivity and 5.5% from blood smears. The animals were anemic and thrombocytopenic. Presence of ticks and living in areas on the urban periphery were considered to be risk factors (p Objetivou-se com este trabalho estudar as alterações clínicas, fatores de risco da ehrlichiose canina nos municípios de Ilhéus e Itabuna, Bahia, e comparar diferentes métodos de diagnóstico. Amostras de sangue foram coletadas de 200 cães e cada animal foi examinado clinicamente. Foi preenchido um questionário para avaliar os fatores de risco. As amostras de sangue foram analisadas pelo teste Dot-ELISA e foram realizadas hematimetria, contagem de plaquetas e procura de mórulas em esfregaço de sangue. Nested-PCR foi realizada em 50 amostras positivas e 50 negativas na sorologia. Três amostras PCRs positivas foram seqüenciadas. Foi encontrado 36,0% de positividade na sorologia e 5,5% nos esfregaços sanguíneos. Os animais apresentavam anemia e trombocitopenia. Ter carrapatos e residir em áreas suburbanas foram considerados fatores de risco (p < 0,05. A Nested-PCR identificou 11 cães positivos, sendo 9 com sorologia positiva e 2 negativos. O sequenciamento de DNA foi compatível com a presença de Ehrlichia canis.

  15. Fuzzy logic modeling of Pb (II) sorption onto mesoporous NiO/ZnCl2-Rosa Canina-L seeds activated carbon nanocomposite prepared by ultrasound-assisted co-precipitation technique.

    Science.gov (United States)

    Javadian, Hamedreza; Ghasemi, Maryam; Ruiz, Montserrat; Sastre, Ana Maria; Asl, Seyed Mostafa Hosseini; Masomi, Mojtaba

    2018-01-01

    In this study, NiO/Rosa Canina-L seeds activated carbon nanocomposite (NiO/ACNC) was prepared by adding dropwise NaOH solution (2mol/L) to raise the suspension pH to around 9 at room temperature under ultrasonic irradiation (200W) as an efficient method and characterized by FE-SEM, FTIR and N 2 adsorption-desorption isotherm. The effect of different parameters such as contact time (0-120min), initial metal ion concentration (25-200mg/L), temperature (298, 318 and 333K), amount of adsorbent (0.002-0.007g) and the solution's initial pH (1-7) on the adsorption of Pb (II) was investigated in batch-scale experiments. The equilibrium data were well fitted by Langmuir model type 1 (R 2 >0.99). The maximum monolayer adsorption capacity (q m ) of NiO/ACNC was 1428.57mg/L. Thermodynamic parameters (ΔG°, ΔH° and ΔS°) were also calculated. The results showed that the adsorption of Pb (II) onto NiO/ACNC was feasible, spontaneous and exothermic under studied conditions. In addition, a fuzzy-logic-based model including multiple inputs and one output was developed to predict the removal efficiency of Pb (II) from aqueous solution. Four input variables including pH, contact time (min), dosage (g) and initial concentration of Pb (II) were fuzzified using an artificial intelligence-based approach. The fuzzy subsets consisted of triangular membership functions with eight levels and a total of 26 rules in the IF-THEN approach which was implemented on a Mamdani-type of fuzzy inference system. Fuzzy data exhibited small deviation with satisfactory coefficient of determination (R 2 >0.98) that clearly proved very good performance of fuzzy-logic-based model in prediction of removal efficiency of Pb (II). It was confirmed that NiO/ACNC had a great potential as a novel adsorbent to remove Pb (II) from aqueous solution. Copyright © 2017 Elsevier B.V. All rights reserved.

  16. Spatial distribution of human and canine visceral leishmaniasis in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brasil, 1994-1997 Distribuição espacial da leishmaniose visceral humana e canina em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, 1994-1997

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Di Lorenzo Oliveira

    2001-10-01

    Full Text Available In this paper, we present spatial analysis of the association between all incidents cases of human Visceral Leishmaniasis and seropositive dogs, from 1994 to 1997 in Belo Horizonte, a large Brazilian city. We geocoded 158 human cases and 11,048 seropositive dogs and compared canine prevalence rates with Human Bayesian Incidence rates in the same areas. We also used Knox's test to evaluate the hypothesis of space-time clustering of human cases in the period. Additionally, we used Kernel's maps for seropositive dogs distribution and located the human cases in the resulting smooth maps. We concluded that human and dog rates are correlated. Also, the Visceral Leishmaniasis in Belo Horizonte spread quickly, but apart from the rates' magnitude, it has kept the same spatial pattern through time. We believe it is possible to use this technique to choose areas to implement control measures against Visceral Leishmaniasis in a more efficient way.Neste artigo, apresentamos uma análise espacial da associação entre todos os casos incidentes de leishmaniose visceral e em cães soropositivos ocorridos em Belo Horizonte no período de 1994 a 1997. Geocodificamos 158 casos humanos e 11.048 cães positivos, comparamos as taxas de prevalência canina por área e as taxas Bayesianas de incidência da doença humana nas mesmas áreas. Usamos o teste de Knox para testar a hipótese de cluster espaço temporal entre os casos humanos no período examinado. Adicionalmente, construímos Mapas de Kernel para cães soropositivos e sobrepusemos os casos humanos em quatro áreas. Os resultados apontam para correlação entre casos humanos e caninos. Além disso, a leishmaniose visceral espalhou-se rapidamente em Belo Horizonte, embora tenha mantido o mesmo padrão durante os anos analisados. Acreditamos ser possível o uso das técnicas empregadas para priorizar áreas onde as medidas de controle devem ser implementadas.

  17. Detección de coproantígenos para el diagnóstico de echinococosis canina en la zona fronteriza de La Quiaca-Villazón

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Casas

    Full Text Available Las técnicas de inmunodiagnóstico basadas en la identificación de antígenos parasitarios en las heces secas de los perros han sido desarrolladas para la vigilancia de la echinococosis canina. En la región fronteriza de La Quiaca-Villazón, se encontraron las condiciones ambientales que favorecerían el ciclo del parásito, dada la presencia del hospedador definitivo (perro y de hospedadores intermediarios (ovejas y cabras. La actividad más importante de la Puna es la cría de ovinos y camélidos; la faena se realiza en el campo y a manos del dueño de los ovinos, y no se aplican medidas preventivas de sanidad. El objetivo de este trabajo fue estimar la presencia de caninos parasitados por Echinococcus granulosus en esta región. Durante el año 2006 se recolectaron 168 muestras de materia fecal. En La Quiaca se tomaron muestras de las siguientes localidades: Barrios (área semirrural, Santa Catalina, Yavi Chico, El Portillo, Pumahuasi y Cara Cara (zonas rurales y La Quiaca (área urbana. En Villazón se seleccionó el área urbana y el área semirrural de Ojo de Agua, Lampaya y Matancillas. Las muestras se analizaron por la prueba de copro-ELISA y copro-Western blot. Las localidades de San Francisco y Barrios tuvieron una prevalencia de 14,3 % y 6,7 %, respectivamente. En Villazón se encontró un 3,4 % de prevalencia en el área urbana. En Lampaya se encontró un 30 % de prevalencia. Estos resultados sugieren la necesidad de implementar estrategias para el control de la hidatidosis, tanto a nivel urbano como rural, para evitar el aumento y la dispersión de la echinococosis en la región.

  18. Molecular characterization of swine hepatitis E virus from Southeastern Brazil Caracterização molecular do vírus suíno da hepatite E (vhe encontrado no Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helder Henrique Paiva

    2007-12-01

    Full Text Available Despite serological evidences of presence of hepatitis E virus (HEV in humans or other animals, until this study the virus had not been detected and molecular characterization of the isolate that circulates in Brazil had not been described. Thus, we collected stool samples of young pigs and tested for presence of HEV RNA by RT-PCR, using primers for partial amplification of ORF2 sequence. Phylogenetic analysis with sequence obtained from the amplified products revealed that the HEV isolate identified here was most closely related to HEV isolates of genotype 3, which is commonly detected in HEV infected pigs. Nucleotide sequence analyses carried out with the entire amplified fragment, ORF2/ORF3 overlapping and ORF2 non-overlapping sequences showed highest identities with the US isolate of genotype 3. Similarly, amino acid sequence analyses done with the entire amplified fragment, ORF2 non-overlapping, ORF2 and ORF3 overlapping sequences also showed highest identities with the genotype 3 isolate. Presence, in Brazil, of HEV of genotype 4, which also infects pigs, as well as HEV strains that infect humans still remain to be detected and characterized.Apesar de evidências sorológicas da presença do vírus da hepatite E (VHE em humanos ou outros animais, até o presente estudo o vírus não havia sido detectado e a caracterização molecular da cepa que circula no Brasil não havia sido descrita. Assim, amostras de fezes de porcos jovens foram colhidas e analizadas quanto a presença do ARN do VHE por RT-PCR, utilizando-se oligonucleotídeos para amplificação da seqüência parcial do ORF2 viral. Análise filogenética realizada com a seqüência obtida dos produtos amplificados revelou que a cepa encontrada apresentou relação próxima com cepas do genótipo 3 que são detectadas com freqüência em porcos. Análises das seqüências nucleotídicas realizadas com todo o segmento amplificado, com somente o segmento sobreposto do ORF2/ORF3 e

  19. O vírus da hepatite B na doença hepática alcoólica: avaliação clínica e bioquímica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celina M.C. Lacet

    1993-12-01

    Full Text Available Foram estudados prospectiva e seqüencialmente 107 pacientes com doença hepática alcoólica (DHA crônica, sendo 83 casos de cirrose e 24de hepatite alcoólica. Além do etilismo, ingestão mínima de 70 gramas de etanol puro ao dia por período superior a sete anos, todos apresentaram disfunção hepatocelular. De acordo com o perfil sorológico para o VHB os pacientes foram alocados em quatro grupos a saber: grupo I infectados: AgHBs e anti-HBc positivos; grupo II imunes: anti-HBs e anti-HBc positivos; grupo III sem marcadores do VHB: AgHBs, anti-HBc e anti-HBs negativos; grupo IV anti-HBc positivo isoladamente. A prevalência de infecção pelo VHB na DHA foi alta: 42,06% apesar dos índices pouco elevados de imunidade: 26,17% sugerindo que na DHA ocorre maior exposição ao VHB com resposta imunológica deficiente. A análise dos parâmetros clínico-bioquímicos, quando considerados isoladamente, não mostrou diferenças estatisticamente significantes entre os grupos I, II, e III, entretanto a classificação de Child/Campbell, discriminou o grupo infectado, onde houve predomínio da classe C, de pior prognóstico.The aim of our work was to study the prevalence of HBV markers in Alcoholic Liver Disease (ALD by evaluating clinical and biochemical parameters that couldfurther characterize the association. A prospective and sequential study of 107 patients with ALD was performed, including 83 cases of cirrhosis and 24 cases of alcoholic hepatitis. Daily ingestionofpure ethanolwas of at least 70gm for seven years or more and always associated with hepatocelullar disfunction. According to the serological profilefor HBVmarkers the patients were allocated to one of four groups: group I infected (positivity ofHBsAg and anti-HBc; group II immunized (positivity of anti-HBs and anti-HBc; group 111 without HBV markers (negativity of HBsAg, anti-HBc and anti- HBs; group IV isolated anti-HBc. The prevalence of HBsAg positivity in ALD was high: 15

  20. Relación de las patologías caninas más frecuentes que se presentan en la clínica de pequeños animales en la zona noroeste de la Comunidad de Madrid, con las variables edad, raza, sexo y tamaño

    OpenAIRE

    Gonzalez Hernández, Juan Francisco

    2016-01-01

    En el presente trabajo se hace un estudio de la prevalencia de las patologías caninas más frecuentes que se presentan en la clínica de pequeños animales. El lugar de donde se extrajeron los datos fue una clínica veterinaria situada en la zona noroeste de la Comunidad de Madrid, durante el período de tiempo comprendido entre los años 2005-2011. La prevalencia de las patologías se relacionó con cuatro variables de la reseña del animal como son la edad, el sexo, el tamaño y la raza. Se hizo...

  1. Aneurisma micótico abdominal e embolia cerebral associados à endocardite infecciosa em paciente com doença valvar reumática crônica Abdominal mycotic aneurysm and cerebral embolic event associated with infective endocarditis in a patient with chronic rheumatic valvar disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernadete Lourdes Liphaus

    2007-01-01

    Full Text Available Relatamos o caso de uma menina com doença valvar crônica devido à febre reumática que apresentou endocardite infecciosa e duas complicações: acidente vascular cerebral devido à embolia e aneurisma micótico da artéria mesentérica superior.We report the case of a girl with chronic rheumatic valvar heart disease who developed infeccious endocarditis and two complications, ischemic stroke due to cerebral embolic event and mycotic aneurysm of the superior mesenteric artery.

  2. HEPATITES VIRALES B et C 2014

    OpenAIRE

    MOSTEFAOUI, Mohamed Amine

    2014-01-01

    L’Algérie est une zone de moyenne endémicité tant pour le VHB que pour le VHC. Les prévalences respectives sont de 2,16% pour le VHB et entre 1 et 3% pour le VHC. Les hépatites virales chroniques représentent un véritable problème de santé mondiale. La connaissance de l’épidémiologie, de la virologie et du traitement des hépatites virales n’a cessé de croître ces dernières années. Ceci permet aujourd’hui une meilleure prise en charge diagnostique et thérapeutique des sujets atteints. ...

  3. Evaluation of dog population in an urban area of Southeastern Brazil Avaliação da população canina da zona urbana do Município de Araçatuba, São Paulo, SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cáris M. Nunes

    1997-06-01

    Full Text Available Planning control programs, for diseases such as rabies requires information on the size and structure of the dog and cat population. In order to evaluate the dog population of the urban area of Araçatuba city, S. Paulo State, Brazil, a survey was conducted using a questionnaire to interview members of households. Eighty-eight districts were visited (37,778 houses and the interview was possible at 77.93% of these. Human population size evaluated was 113,157 inhabitants. Houses that owned animals represented 55.2%, 26,926 of the animals concerned were dogs and 5,755 were cats. Of the dogs, 56.64% were 1-4 year olds and males represented 56.2% of the total population. Dog: person ratio was estimated at 2.8 dogs to every 10 persons, almost 3 times the ratio hitherto estimated and used in the planning of rabies vaccination campaigns.O planejamento de programas de controle de zoonoses urbanas como a raiva baseia-se no conhecimento do tamanho e estrutura da população canina e felina. Assim, no período de 21 de junho a 30 de agosto de 1994, foram realizadas visitas, casa a casa, com a finalidade de avaliar, mediante a aplicação de um questionário, o tamanho das populações humana, canina e felina da zona urbana de Araçatuba. A relação média cão/homem observada foi de 2,8:10, ou seja, 2,8 vezes maior que a geralmente utilizada para o planejamento de campanhas de vacinação anti-rábica, de um cão para cada 10 habitantes.

  4. Avaliação econômica em saúde: aplicações em doenças infecciosas Economic evaluation in health: applications in infectious diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tazio Vanni

    2009-12-01

    Full Text Available O crescimento dos gastos em saúde, impulsionado pela incorporação de novas tecnologias diagnósticas e terapêuticas e pelo aumento da expectativa de vida da população, tem causado grande preocupação especialmente em países em desenvolvimento. A avaliação econômica em saúde visa a otimizar benefícios utilizando os recursos de maneira eficiente. O objetivo deste artigo é capacitar os leitores a identificar as características básicas, diferenciar os principais tipos e compreender as metodologias utilizadas nas avaliações econômicas em saúde, com enfoque nas doenças infecciosas. Assim sendo, revisamos os conceitos de perspectiva de estudo, horizonte analítico, custos e taxa de desconto. Além disso, identificamos as características dos estudos de custo-minimização, custo-efetividade, custo-utilidade e custo-benefício acompanhados de exemplos, descrevemos os principais desenhos de estudos econômicos, discutimos o uso de modelos matemáticos e examinamos a importância da análise de sensibilidade. Nas considerações finais, abordamos a incorporação da avaliação econômica em saúde no Brasil.The rise in healthcare expenditures due to the incorporation of new diagnostic and therapeutic technologies and increasing life expectancy is a major concern, particularly in developing countries. The role of economic evaluation in health is to optimize the benefits of available resources. This article aims to allow readers to identify the basic characteristics and types of economic evaluation in health and understand its methods, with an emphasis on infectious diseases. We thus review the following concepts: study perspective, analytic scope, costs, and discount rate. We also focus on characteristics of cost-minimization, cost-effectiveness, cost-utility, and cost-benefit analyses, with examples. The article describes the most popular study designs for economic evaluation, discusses different models, and examines the importance

  5. Afinidades antigênicas de amostras de campo do vírus da bronquite infecciosa das galinhas com a amostra Massachusetts M41 Antigenic affinities of infectious bronchitis virus field isolates to Massachusetts M41 strain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.B. Souza

    2001-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar as afinidades antigênicas entre 14 amostras de vírus da bronquite infecciosa das galinhas (VBIG isoladas de casos clínicos ocorridos entre 1972 e 1989 no Estado de Minas Gerais, sua reatividade frente a dois anticorpos monoclonais (AcMs específicos contra a glicoproteína S1 do sorotipo Massachusetts de VBIG foi examinada em ELISA. As 14 amostras de campo estudadas foram agrupadas, de acordo com o relacionamento antigênico aos AcMs, em relacionadas (três amostras e não relacionadas (onze amostras à amostra M41 do sorotipo Massachusetts. As amostras de campo não reconhecidas, considerando a alta especificidade dos AcMs à amostra M41, compõem uma diversidade que pode variar de integrantes do sorotipo Massachusetts de origem vacinal a sorotipos heterólogos. Amostras com afinidade antigênica à M41 (208-1972, PM1-1987 e PM2-1987 foram detectadas, o que configura a preservação da amostra no campo, apesar da alta variabilidade da glicoproteína S1, já que foram isoladas de surtos de doença natural nas regiões de avicultura de Minas Gerais. A detecção de antígenos de alta variabilidade que caracterizam a amostra M41, apesar das pressões da imunidade dos plantéis e da mutabilidade, pode indicar que os antígenos de alta afinidade aos receptores celulares (best fit que atingiram alto estágio evolutivo podem estar sendo preservados.Aiming to the evaluation of antigenic relationships among isolates of infectious bronchitis virus (IBV through their reactivity against Massachusetts M41 S1 glycopolypeptide specific monoclonal antibodies (Mab an ELISA was developed. Fourteen IBV isolates obtained from field cases of disease, reported from 1972 to 1989 in Minas Gerais, Brazil, were examined. The IBV isolates could be grouped into related or not to M41, based on the reactivity to M41 S1 specific Mabs. The unrecognized field isolates conform a diversity of representatives, which may range from Massachusetts

  6. Prevalencia de rinotraqueítis infecciosa bovina y diarrea viral bovina en hembras en tres épocas del año en la Zona Centro de Veracruz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Abad-Zavaleta

    2016-01-01

    Full Text Available Con el objetivo de determinar la prevalencia de rinotraqueítis infecciosa bovina (IBR y diarrea viral bovina (DVB, mediante diagnóstico serológico en diferentes épocas del año y su influencia en el estado reproductivo de hembras bovinas adultas, se realizó un estudio en siete ranchos ubicados en la zona centro de Veracruz, pertenecientes a los municipios de San Rafael, Medellín y Cotaxtla. Se realizó una palpación rectal y se tomaron tres muestras de sangre cada dos meses, al 10% de vacas gestantes y 10% no gestantes (5 meses posparto. La IBR y DVB se diagnosticaron por medio de ELISA. La tasa de gestación promedio de los siete ranchos fue 52%, con rangos de 54.76 a 96.26% y de 39.25 a 96.40% para el rancho con menor y mayor prevalencia de IBR y DVB, respectivamente. El rancho 4 mostró mayor prevalencia y el 5 menor prevalencia (p0.05 de IBR y DVB de acuerdo al estado reproductivo (gestantes o no gestantes en cada uno de los ranchos muestreados en los tres municipios de la zona centro de Veracruz. Sin embargo, la época del año causó un efecto (p<0.01 en la prevalencia. La interacción rancho por época del año mostró un efecto (p<0.01 sobre la prevalencia de la IBR y DVB; la época seca presentó la mayor prevalencia y una tendencia más uniforme que las otras dos épocas (lluvias y nortes, las cuales mostraron grandes variaciones. En los ranchos 2 y 7 la época de nortes presentó un 100% de prevalencia para IBR y DVB, y en el rancho 5 se presentaron las menores prevalencias (p<0.05 en las tres épocas del año y junto con el rancho 2 presentaron los valores más bajos (p< 0.01 para DVB e IBR en la época de nortes, respectivamente. El estado reproductivo no influyó en la prevalencia de estas dos enfermedades.

  7. Caracterización de eventos adversos asociados a vacunas que inmunizan contra enfermedades infecciosas.Años 2006-2007 Characterization of adverse events associated with vaccines immunizing against infectious diseases. 2006-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivette Díaz Mato

    2010-09-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo, transversal y retrospectivo para caracterizar los eventos adversos temporalmente asociados con las vacunas que se emplean en la prevención y el control de las enfermedades infecciosas, y que fueron notificados a la Unidad Coordinadora Nacional de Farmacovigilancia entre los años 2006-2007. Se determinó su comportamiento de acuerdo con la edad, sexo, procedencia de la notificación, personal que reporta, localización y severidad. Se identificaron además los principales eventos reportados y las vacunas implicadas en su aparición. La fiebre constituyó el 60 % del total de eventos notificados. Estos últimos se distribuyeron de igual forma entre uno y otro sexos, en tanto los lactantes resultaron ser los más afectados (46,8 %. Se destacó en el reporte la Atención Primaria de Salud con 812 notificaciones. Los médicos fueron los profesionales que más reportaron (36 %. El comportamiento en cuanto a severidad no se diferenció de lo reportado en la literatura, pues afortunadamente predominaron los eventos leves (66,4 %. Sin embargo, contrario a lo que se esperaba, los eventos sistémicos fueron los de mayor cuantía (80,2 %. La vacuna pentavalente estuvo implicada en el 29,6 % de los eventos adversos temporalmente asociados a vacunación.A descriptive, transversal and retrospective study was conducted to characterize the adverse events temporarily associated with vaccines used in prevention and control of infectious diseases and that were notified to National Coordinator Unit of Pharmacosurveillance between the 2006-2007 years. Its behavior was determined according to the age, sex, notification origin, reporting staff, location and severity. Also, it was possible to identify the leading events reported and the vaccines involved in its appearance. Fever accounted for the 60 % of total of reported events. These latter were distributed equally between both sexes where the infants were the most affected (46

  8. PREVALENCE AND INFECTIOUS ETIOLOGY OF BOVINE MASTITIS IN THE MICROREGION OF CUIABÁ, MT, BRAZIL PREVALÊNCIA E ETIOLOGIA INFECCIOSA DA MASTITE BOVINA NA MICRORREGIÃO DE CUIABÁ-MT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Prado Martins

    2010-04-01

    Full Text Available This study aims to verify the prevalence and infectious etiology of bovine mastitis in dairy farms of the microregion of Cuiabá, state of  Mato Grosso, Brazil. One hundred eight cows belonging to herds from this microregion were examined. Afterwards, 279 milk samples from mastitic mammary quarters were submitted to microbiological examinations. Among the examined animals, 85.2% were carriers of mastitis in one mammary quarter at least. The percentile of mammary quarters affected by clinical and subclinical mastitis was 5.8 and 65% respectively. Corynebacterium sp. (27.6% and Staphylococcus aureus (21.5% were the major causative agents among the subclinical infections. Among the clinical cases, S. aureus (44.0% and Corynebacterium sp. (12.0% were more frequently isolated. Although the high prevalence of S. aureus and Corynebacterium sp. as mastitis causatives confirms the results obtained in studies developed in other Brazilian regions, the low prevalence of the genus Streptococcus in the cases analyzed disagrees to those records.

    KEY WORDS: Cuiabá-MT, bovine mastitis, microorganisms.
    Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência e etiologia infecciosa da mastite bovina em propriedades leiteiras da microrregião de Cuiabá, estado de Mato Grosso. Foram examinadas 108 vacas pertencentes a rebanhos desta microrregião. Em seguida, submeteram-se 279 amostras de leite provenientes de quartos mamários mastíticos a provas microbiológicas. Dos animais examinados, 85,2% eram portadores de mastite em pelo menos um quarto mamário. O percentual de quartos mamários afetados pela mastite clínica e subclínica foi de 5,8 e 65%, respectivamente. Quanto à etiologia, nos casos de mastite subclínica os agentes causais mais isolados foram Corynebacterium spp. (27,6% e Staphylococcus aureus (21,5%. Dentre os casos de mastite clínica, isolaram-se com maior freqüência S. aureus (44,0% e Corynebacterium spp. (12,0%. Embora a

  9. Enfermedades emergentes no infecciosas Emerging noninfectious diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ezequiel Consiglio

    2008-11-01

    Full Text Available In recent years, emerging diseases were defined as being infectious, acquiring high incidence, often suddenly, or being a threat or an unexpected phenomenon. This study discusses the hallmarks of emerging diseases, describing the existence of noninfectious emerging diseases, and elaborating on the advantages of defining noninfectious diseases as emerging ones. From the discussion of various mental health disorders, nutritional deficiencies, external injuries and violence outcomes, work injuries and occupational health, and diseases due to environmental factors, the conclusion is drawn that a wide variety of noninfectious diseases can be defined as emergent. Noninfectious emerging diseases need to be identified in order to improve their control and management. A new definition of "emergent disease" is proposed, one that emphasizes the pathways of emergence and conceptual traits, rather than descriptive features.

  10. Hèrnia discal, una malaltia infecciosa?

    OpenAIRE

    Pons Martín del Campo, Isaac

    2012-01-01

    Estudi prospectiu de casos-controls on s'intenta determinar el paper de P.acnes en l'etiopatogènia de la hèrnia discal. Es van analitzar a microbiologia i anatomia patològica les mostres de teixit de disc intervertebral extretes en cirurgia d'hèrnia discal en 40 pacients, i en 27 pacients intervinguts per altres patologies de columna vertebral. Els nostres resultats recolzen la hipòtesi de que la troballa de P.acnes en el disc és un contaminant, ja que no hem trobat evidència de que el procés...

  11. INFECTIOUS KERATOCONJUNTIVITIS OUTBREAK IN OVINES DUE TO Moraxella spp IN STATE OF GOIÁS, BRAZIL SURTO DE CERATOCONJUNTIVITE INFECCIOSA EM OVINOS CAUSADA POR Moraxella spp. NO ESTADO DE GOIÁS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilo Sérgio Troncoso Chaves

    2008-04-01

    Full Text Available

    This article reports an infectious keratoconjuntivitis outbreak in sheeps (OKC situated in Quirinopólis Goiás, where raised 140 ovines for slaughter and from these 100 became ill. Moraxela bovis isolation was done in culture medium in the Food Analysis Center and Microbiological Latoratory of Veterinary Medicine Department, both from the Veterinary College of Goiás Federal University. The disease focus control envolved the following protocol: 1. hygienics – animal quarantine in low luminosity ambient, rest and appropriate food; 2. medicamentous – eye washing with 0,9% sodium chloride solution followed by application oxytetracyclin chloridrate ophtalmic ointment and intramuscular injection of long-acting oxytetracyclin chloridrate in ill and healthy animals; 3. preventive – use of commercial vacine against OKC and fly control. Recovery of the great part of animals minimized the damages and avoid the disease spreading on this farm and others surrounding properties. In Brazil, there are few studies about OKC outbreaks. The incentive to carry out this study was the scarceness of data related to this serious ocular deasease caused by bacterium Moraxela spp. in ovines in state of Goiás.
    KEY  WORDS: Keratoconjuntivitis, Moraxella spp,.sheep.

    Este trabalho descreve um surto de ceratoconjuntivite infecciosa ovina (CCI, em 100 dos 140 ovinos existentes, no município de Quirinópolis, GO. O isolamento da Aspectos epidemiológicos da leishmaniose visceral canina no município de Pedro Leopoldo, Minas Gerais, 2003 Epidemiologic aspects of canine visceral leishmaniasis in Pedro Leopoldo district, Minas Gerais, 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A.B. Naveda

    2006-12-01

    Full Text Available Determinou-se a prevalência da leishmaniose visceral canina (LVC no município de Pedro Leopoldo, MG, 2003, por meio de inquérito soro-epidemiológico. Coletaram-se amostras de sangue de 2.185 cães e aplicou-se questionário semi-estruturado em cada residência. Os animais foram divididos em quatro grupos, sendo o grupo A constituído de 1240 cães das áreas urbana e rural; o grupo B de 705 cães de áreas em torno dos focos; o grupo C, de 134 cães, cujas amostras foram coletadas durante o dia da vacinação anti-rábica oficial; e o grupo D composto de 111 cães errantes. Os dados foram armazenados em banco de dados EPIINFO 6.04b. Os 36 cães positivos foram localizados espacialmente com auxílio de GPS (Global Positioning System, e o georreferenciamento realizado por meio do programa AUTOCAD 2000. A prevalência global da LVC foi de 1,4% e variou de 1,1% na área urbana e 4,2% na rural. Estes resultados permitiram concluir que Pedro Leopoldo, de acordo com a classificação oficial do Ministério da Saúde, é área silenciosa, receptiva e vulnerável para LVC. A distribuição espacial dos casos é diferenciada e requer medidas sanitárias de acordo com cada área de risco.The prevalence of canine visceral leishmaniasis (CVL in Pedro Leopoldo district, 2003 was evaluated. A serum-epidemic inquiry was accomplished by collecting blood samples of dogs and by applying a semi structured questionnaire, according to groups, in each visited residence: group A, constituted of 1240 dogs of the urban and rural areas; group B, constituted of 705 dogs sampled around the focuses; group C, constituted of 134 dogs, wich samples were collected during the canine/feline antirabic vaccination; and group D, constituted of 111 wandering dogs. The data were stored in the EPI INFO 6.04b database. Positive dogs were spatially located using GPS (Global Positioning System and the geographycal reference was made through the AUTOCAD 2000 program. The district global

  12. The feasibility of using antigens prepared with rough Brucella strains for diagnosis of canine brucellosis Utilidad de los antígenos preparados con cepas rugosas de Brucella en el diagnóstico de brucelosis canina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. I. Escobar

    2010-02-01

    Full Text Available Clinical diagnosis of canine brucellosis is not sensitive enough and a negative blood culture cannot rule out the disease. Indirect methods of serological testing such as agar gel immunodiffusion (AGID, rapid slide agglutination test (RSAT and indirect enzyme linked immunoassay (IELISA are preferred for routine diagnosis. Since Brucella canis shares antigenic components with the Brucella ovis and Brucella abortus RB51 strain, it would seem that either strain could be used as antigen. We present data on AGID and IELISA tests using the B. ovis antigen, RSAT and IELISA using the B. canis antigen and IELISA using the B. abortus RB51 antigen. The cut-off values were adjusted by the ROC analysis; the IELISA-B. ovis cut-off value was 23 (%P and the IELISA-B. abortus RB51, 24 (%P, with 100% sensitivity and 98.8% specificity. RSAT detected 100% of positive cases, while AGID was less sensitive. The sera from dogs treated with antibiotic showed that %P correlated well with the clinical course. Sera from dogs presumptively infected with B. suis were negative in all tests performed with the rough Brucella strains. RSAT is a very sensitive screening test and IELISA-B. canis, B. ovis and B. abortus RB51 could be used as confirmatory tests, since they show good specificity and sensitivity.Las técnicas más usadas en el diagnóstico de brucelosis canina son la inmunodifusión en gel de agar (AGID, la microaglutinación en portaobjetos (RSAT y el ELISA indirecto ya que el diagnóstico clínico es poco sensible y el bacteriológico no excluye la enfermedad. Como Brucella canis comparte componentes antigénicos con Brucella ovis y Brucella abortus RB51, estas cepas podrían ser usadas indistintamente como antígenos. En este trabajo presentamos datos sobre las pruebas de AGID e IELISA con antígeno B. ovis, RSAT e IELISA con antígeno B. canis e IELISA con antígeno B. abortus RB51. Los puntos de corte ajustados con la curva ROC fueron (%P 23 para IELISA-B. ovis y

  13. Contaminación fecal canina en plazas y veredas de Buenos Aires, 1991-2006 Dog fouling and helminth contamination in parks and sidewalks of Buenos Aires City, 1991-2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Rubel

    2010-08-01

    Full Text Available El objetivo del trabajo fue presentar y analizar los datos de contaminación fecal canina y parasitaria en plazas y veredas de Buenos Aires obtenidos entre 1991 y 2006 por la Cátedra Parasitología General (Facultad de Ciencias Exactas y Naturales, Universidad de Buenos Aires. Se censaron las heces en varias plazas cada año en un único día entre 1991-2006. A partir del año 2000 se censaron heces en veredas circundantes. En cada plaza se seleccionaron al azar 30 heces frescas que se conservaron en formol 5% para su análisis parasitológico por el método de flotación de Willis con solución saturada de ClNa. Los 51 censos presentaron una mediana de heces de 288; un 82% de las heces se observaron en los canteros de tierra o pasto. La contaminación fecal en las plazas fue mayor en el período 2000-06 que en el anterior (p = 0.0000. La contaminación fecal de las plazas aumentó con la densidad humana en las manzanas lindantes (p = 0.0076. Las veredas mostraron un patrón inverso, ya que la contaminación fecal fue mayor en las áreas menos densamente pobladas (p = 0.0000. Se detectaron parásitos en un número variable de las heces colectadas en todas las plazas. Los géneros más frecuentes fueron Ancylostoma (20.47%, Trichuris (2.59% y Toxocara (1.70%. Nuestros resultados indican un aumento en la contaminación fecal de las plazas, posiblemente asociado con el aumento del número de perros en la ciudad combinado con las deficiencias en la implementación y el seguimiento de las medidas de control.The aim of this study was to provide data on canine fecal and helminthic contamination from parks and sidewalks in Buenos Aires City, collected by the Laboratory of General Parasitology, School of Sciences, University of Buenos Aires. A census of dog feces was performed in 1-11 parks per year between 1991 and 2006, a single day each year. In the period 2000-2006, the census included feces on sidewalks surrounding the park. Thirty fresh fecal

  14. Aspectos epidemiológicos da leishmaniose visceral canina na zona rural do semiárido paraibano e análise de técnicas de diagnóstico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raizza B.S. Silva

    Full Text Available Resumo: No Brasil, a leishmaniose visceral é causada pela Leishmania infantum. É uma zoonose crônica e, frequentemente, fatal, sendo considerada um grave problema de saúde pública no mundo e reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como uma das dezessete "Doenças Tropicais Negligenciadas". O presente estudo foi realizado em 2012, na zona rural do município de Patos, semiárido paraibano, com o objetivo de estimar a prevalência, os fatores de risco da leishmaniose visceral canina (LVC na região e avaliar os testes de diagnóstico sorológico. Foram coletadas 362 amostras de sangue e a prevalência da infecção foi determinada através de três técnicas sorológicas (ELISA, RIFI e Teste Imunocromatográfico DPP - Dual Path Plataform, sendo consideradas positivas as amostras que apresentaram pelo menos dois testes reagentes. As amostras positivas na sorologia foram testadas na PCR e qPCR. Aplicou-se um questionário epidemiológico aos proprietários para identificação dos possíveis fatores de risco. A taxa de prevalência foi de 11,33% (41/362. Considerou-se o ELISA como padrão ouro, já que é o teste confirmatório para a LVC pelo Ministério da Saúde. O DPP (Dual Path Plataform apresentou sensibilidade de 58% (95% CI: 0,43-0,72 e especificidade de 96% (95% CI: 0,93-0,98, com índice Kappa de 0,57. A RIFI apresentou sensibilidade de 85% (95% CI: 0,72-0,94, especificidade de 99% (95% CI: 0,98-1 e valor Kappa de 0,88. O fator de risco identificado na análise multivariada por regressão logística múltipla foi o sexo (OR=2,15 [1,09-4,21] e os cães machos apresentaram 2,15 vezes mais chances de serem infectados, que pode ser justificado por serem mais utilizados para a caça e como cão de guarda, dois fatores que aumentam a exposição do animal ao flebótomo. Em função da taxa de prevalência encontrada, indica-se a aplicação de medidas de controle no município. Os resultados da comparação dos ensaios sorol

  15. Técnica Pasteur São Paulo para dimensionamento de população canina São Paulo Pasteur Institute Technique for estimating a canine population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Ruiz de Matos

    2002-10-01

    Full Text Available Este artigo apresenta técnica para dimensionar e classificar populações caninas, segundo graus de dependência e restrição. Foi desenvolvida pelo Instituto Pasteur de São Paulo, com a seguinte metodologia: (1 realização de um inquérito domiciliar para identificação dos cães com proprietário e do grau de restrição. Aos proprietários de cães restritos, totalmente ou parcialmente, e aos moradores que não se definiram como proprietários únicos foram entregues coleiras de três cores distintas, solicitando-lhes colocação nos cães sob seus cuidados; (2 contagem de cães que circulavam na rua e classificação conforme cor da coleira, cuja ausência identificou os cães sem proprietário. Os pesquisadores foram posicionados em locais pré-determinados, distantes em média cinqüenta metros. O tempo de cada contagem foi de trinta segundos, repetindo-se a cada 15 minutos, por uma hora, com início e término marcados por apito. A técnica, aplicada em dois setores censitários do Município de Serra Azul, Estado de São Paulo, Brasil, foi realizada por adolescentes de 13 a 17 anos, submetidos a um dia de treinamento. O procedimento foi simples e possibilitou acesso à informação de difícil obtenção, como o percentual de cães sem proprietário ou sem proprietário definido, que, no caso estudado, foi de 5%.This paper describes a technique developed by the Pasteur Institute in São Paulo, Brazil, for counting and classifying a canine population according to levels of dependency and confinement. First, a household survey was performed to identify dogs with owners and their degree of restriction. Different-colored collars were given to totally and partially restricted dogs. Dogs cared for by individuals who did not consider themselves the owners received collars of a third color. After the survey, surveyors counted and recorded dogs on the streets according to the color of their collars. Absence of collars identified dogs without

  16. Dirofilariose canina na Ilha de São Luís, Nordeste do Brasil: uma zoonose potencial Canine heartworm on São Luís Island, Northeastern Brazil: a potential zoonosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Maria Mendes Ahid

    1999-04-01

    Full Text Available Um inquérito sobre a prevalência da dirofilariose canina foi realizado entre 1.495 cães de 64 localidades na Ilha de São Luís, de 1991 a 1994, através da pesquisa de microfilárias. Desses, 1.358 cães (12,8% positivos não tinham história pregressa conhecida, sendo 1.265 errantes (10,3% microfilarêmicos e 93 domiciliados (37,8%. A dirofilariose foi detectada em 46 das localidade, porém a prevalência da infecção aumenta consideravelmente quando se trata de cães da orla marítima, de onde procederam 47% dos animais positivos. Em alguns bairros costeiros, a prevalência é elevada, como em Olho d'Água e Calhau (46% e 43% positivos, respectivamente. A pesquisa de microfilárias em 137 cães estritamente domiciliados (DO e com história pregressa conhecida (43% microfilarêmicos permitiu a comprovação da existência de transmissão na Ilha. Este estudo é o primeiro dessa natureza e abrangência realizado no Nordeste do País. Sabendo-se que a dirofilariose é uma zoonose, e diante da elevada prevalência de cães microfilarêmicos, particularmente os domiciliados da orla marítima da Ilha, chama-se a atenção para que se considere tal parasitose como possível causa de lesões pulmonares solitárias na população humana local e naquelas assentadas em áreas com clima e paisagem semelhantes no Nordeste.A survey on the prevalence of canine heartworm was conducted in 1,495 dogs from Maranhão Island, State of Maranhão, Northeastern Brazil, from 1991 to 1994, by testing for microfilariae in blood. Of the total, 1,358 (12.8% of which were infected were dogs with no known history; they included 1,265 homeless animals (10.3% with microfilariae and 93 kept by owners at the time the survey was conducted (37.8% of which were infected. Prevalence is high among dogs captured and/or living along the seashore. Examples of such high coastal prevalence rates were found in Olho d'Água and Calhau (46% and 43%, respectively. The search for

  17. Risk factors and prevalence of antibodies against hepatitis A virus (HAV in children from day-care centers, in Goiania, Brazil Fatores de risco e prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A (VHA em crianças de creche em Goiânia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.A.O. Queiróz

    1995-10-01

    Full Text Available A seroepidemiologic survey about hepatitis A virus (HAV infection was carried out in a group comprising 310 children, ranging in age from 3 months to 9 years, from day-care centers, in Goiania, a middle sized city in the central region of Brazil. The biomarkers employed in the investigation of previous infection include total IgG and IgM anti-HAV antibodies, and for the detection of more recent infection, IgM anti-HAV antibodies were analyzed. The study was performed in 1991 and 1992. According to the results, 69.7% of the children presented total IgG/IgM anti-HAV antibodies, with 60% of the group in the age range of 1 to 3 years. Among 10 day-care centers analyzed, the prevalence of the biomarker IgM anti-HAV was 3.2%, with an uniform distribution of the cases in the group of children ranging in age from 1 to 4 years. Multi-variate analysis was performed to investigate the sociodemographic factors that could influence the results. It was verified that the risk for the infection increased with the length of the attendance in the day-care centers, i.e., the risk for children with attendance of one year or more was 4.7 times higher, when compared with children with one month attendance (CI 95% 2.3-9.9. According to the results, hepatitis A is an endemic infection in day-care centers in the study area. The length of attendance in the day-care settings was demonstrated to be a risk factor for the HAV infection. Such findings suggest that if hepatits A vaccination becomes available as a routine policy in our region, the target group should be children under one year. Moreover, those children should receive the vaccine before they start to attend the day-care centers.Um estudo soroepidemiológico para o vírus da hepatite A (VHA, investigando os marcadores de infecção passada (anti-VHA total - IgG e IgM e infecção recente (anti-VHA IgM, foi realizado entre 1991 e 1992, em crianças de creche de Goiânia-Brasil central. Das 310 crianças com idade

  18. Das hepatopatias e icterícias às hepatites virais: configuração de um caleidoscópio De las hepatopatías e ictericias a las hepatitis virales: configuración de un caleidoscopio From hepatic diseases and jaundice to viral hepatitis: the configuration of a kaleidoscope

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2013-02-01

    Full Text Available As hepatites virais A, B, C, D e E - viroses sistêmicas hepatotrópicas - produzem quadros de hepatite aguda. Dependendo do agente etiológico, da carga viral e de condições do hospedeiro, podem evoluir para hepatite crônica, cirrose, câncer de fígado e formas agudas fulminantes. A versatilidade ecológica desses vírus configura uma natureza espectral e cambiante de transmissão no tempo e no espaço; potencializada pelo curso subclínico por vezes prolongado de grande parte das infecções, constitui-se em desafio epidemiológico. Com base no curso histórico dessas infecções foram descritos cenários e tendências relativas ao seu comportamento socioepidemiológico, apontando para a necessidade de superar modelos, padrões, protocolos e retornar à investigação de cada situação de saúde/doença. Ou seja, assinala para a imprescindível exploração das singularidades no sentido de desenvolver ações gerais modeladas pelas especificidades locais.Las hepatitis virales A, B, C, D y E - virosis sistémicas hepatotrópicas - producen cuadros de hepatitis aguda. Dependiendo del agente etiológico, de la carga viral y de las condiciones del hospedador, pueden evolucionar hacia hepatitis crónica, cirrosis, cáncer del hígado y formas agudas fulminantes. La versatilidad ecológica de estos virus, configura una naturaleza espectral y cambiante de transmisión en el tiempo y espacio; potencializada por el curso subclínico, a veces prolongado, constituye un desafío epidemiológico en gran parte de las infecciones. Con base en el curso histórico de estas infecciones se han descrito escenarios y tendencias relativas a su comportamiento socioepidemiológico, apuntando hacia la necesidad de superar modelos, patrones, protocolos, y retornar a la investigación de cada situación de salud/enfermedad. Es decir, señala la imprescindible exploración de las singularidades en el sentido de desarrollar acciones generales modeladas por las

  19. Influência da migração na prevalência de marcadores sorológicos de hepatite B em comunidade rural: 1- Análise da prevalência segundo local de nascimento Influence of migration on prevalence of serological hepatitis B markers in a rural community: 1- Analysis of prevalence by birthplace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afonso D. C. Passos

    1993-02-01

    Full Text Available Como parte de uma investigação epidemiológica de campo sobre hepatite B num município de características rurais do Estado de São Paulo, Brasil, foi estudada a distribuição de marcadores sorológicos dessa doença segundo à área de residência e o local de nascimento dos indivíduos. Para o município estudado como um todo, a prevalência encontrada para um ou mais dos marcadores sorológicos de hepatite B foi de 7,7%, com os habitantes rurais apresentando risco mais elevado que os urbanos (9,8% e 4,9%, respectivamente. A análise da positividade, de acordo com o local de nascimento, mostrou valores mais altos entre os migrantes provenientes de outros Estados do País (15,8%, seguidos dos oriundos de outros municípios de São Paulo (9,2%: entre os nascidos no município estudado e, particularmente em Ribeirão Preto, centro urbano de localização próxima ao mesmo, observaram-se as menores prevalências (5,2% e 2,5%, respectivamente. Discute-se a importância de se analisar em estudos epidemiológicos, a procedência dos indivíduos, variável capaz de influir na história natural da hepatite B numa comunidade, e, eventualmente, explicar diferenças nas distribuições de marcadores dessa infecção em populações aparentemente semelhantes.Distribution of hepatitis B serological markers according to people's birthplaces and area of residence (urban/rural was studied as a part of a field epidemiological research project carried out in Cássia dos Coqueiros, a small rural community of S. Paulo State, Brazil. The total prevalence of HBV markers was 7.7%, with rural showing a higher risk than urban inhabitants (9.8% as against 4.9%, respectively. Analysis of prevalence according to people's birthplaces revealed the highest value among those from other Brazilian states (15.8%, followed by people from other municipalities of the State of S. Paulo (9.2%. Those born in Cássia dos Coqueiros and particularly in Ribeirão Preto (the main city

  1. Prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C em pacientes com diabetes melito tipo 2 Prevalence of hepatitis C infection in patients with type 2 diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Beatriz Parolin

    2006-06-01

    Full Text Available RACIONAL: Estudos recentes têm sugerido possível associação entre infecção pelo vírus da hepatite C (VHC e diabetes melito tipo 2, relatando prevalência elevada de infecção pelo vírus C nessa população. OBJETIVO: Verificar a prevalência de infecção pelo VHC em adultos portadores de diabetes melito em nosso meio. MÉTODOS: Foram avaliados consecutivamente 145 adultos com diabetes melito tipo 2 e 104 com diabetes melito tipo 1, em acompanhamento no ambulatório de diabetes de um hospital universitário, quanto à presença de anticorpos contra VHC (anti-VHC por método ELISA de quarta geração, utilizando como grupo controle 16 720 doadores de sangue da cidade de Curitiba, PR, no período em que foi realizada a pesquisa. Os pacientes diabéticos foram também avaliados quanto a dados demográficos, clínicos, bioquímicos (níveis séricos de aminotransferases e exposição prévia a fatores de risco para infecção pelo VHC. RESULTADOS: Maior prevalência de positividade do anti-VHC foi observada em pacientes com diabetes melito tipo 2, em comparação aos doadores de sangue. A prevalência de anti-VHC naqueles com diabete melito tipo 2 foi superior à encontrada no tipo 1, embora não tenha alcançado significância estatística. Nos dois grupos de diabéticos houve predomínio do sexo feminino, sendo que os do tipo 2 apresentavam idade média superior aos do tipo 1. A distribuição de cor, tempo de diagnóstico do diabetes e a freqüência de exposição a fatores de risco foram semelhantes nos dois grupos. A mediana da taxa de alanina aminotransferase dos pacientes com diabetes tipo 2 foi superior à observada nos do tipo 1. CONCLUSÕES: Encontrou-se maior prevalência de infecção pelo VHC em diabéticos tipo 2 se comparado à população saudável de Curitiba, corroborando publicações prévias em outras populações.BACKGROUND: Recently, a possible epidemiological association between hepatitis C virus infection and

  2. Vertical transmission of hepatitis C virus in a hospital in southern Brazil Transmissão vertical do vírus da hepatite C em um hospital do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Ferreira Peixoto

    2004-06-01

    Full Text Available BACKGROUND: There still are controversies concerning the vertical transmission of hepatitis C virus. AIM: To evaluate the prevalence of antibodies against hepatitis C virus in pregnant women, as well as the rate of vertical transmission of this virus. PATIENTS AND METHODS: Between August 1998 and November 1999, 1,090 consecutive pregnant women were screened for anti-hepatitis C virus; positive results were confirmed by the polymerase chain reaction assay. Patient's viral load was evaluated by the branched deoxyribonucleic acid assay. Hepatitis C virus genotype was identified by direct sequencing of the polymerase chain reaction amplification products. The same tests were performed in the children born from infected mothers at the 1st and 6th month of life. RESULTS: Of the 1,090 mothers surveyed, 29 were positive for anti-hepatitis C virus (prevalence of 2.66%. Twenty-five patients presented with hepatitis C virus RNA, with a median hepatitis C virus viral load of 3.132 ± 5.891 MEq/mL. Twenty-two patients (six human immunodeficiency virus-coinfected were followed and gave birth to 23 children; 18 of them had blood samples tested at the 1st month of life, and 22, at the 6th month. Vertical transmission rate was 5.56%; it affected a girl who had hepatitis C virus RNA detectable only in the 1st month sample (41.570 MEq/mL. The mother who transmitted hepatitis C virus was coinfected with human immunodeficiency virus and presented with an hepatitis C virus viral load of 3.765 MEq/mL, with 100% homology with her daughter's hepatitis C virus genotype. CONCLUSION: These results suggest that the prevalence of hepatitis C virus infection in pregnant women should not be neglected, and early diagnosis of vertical transmission and the follow up of infected children should be emphasized.RACIONAL: Ainda existem controvérsias em relação à transmissão vertical do vírus da hepatite C (VHC. OBJETIVO: Avaliar a prevalência dos anticorpos contra o VHC (anti

  3. Soroprevalência do vírus de hepatite B em anestesiologistas Soroprevalecimiento del virus de la hepatitis B en anestesiologistas Serum prevalence of hepatitis B virus in anesthesiologists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Fernando Carneiro

    2003-09-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os anestesiologistas estão particularmente expostos ao contato com sangue e secreções. A infecção pelo vírus da hepatite B constitui o maior risco ocupacional para os profissionais da área da saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar a soroprevalência do Ag-HBs, anti-HBs e anti-HBc, assim como a situação vacinal dos anestesiologistas da cidade de Goiânia. MÉTODO: Participaram da pesquisa 90 dos 200 anestesiologistas da cidade de Goiânia. As amostras foram colhidas pelo autor. Foram retirados 10 ml de sangue de uma veia periférica, identificadas no momento da coleta. O material foi analisado nas primeiras 24 horas, sob condições ideais de conservação. Realizou-se, através do ensaio imunoenzimático, a detecção dos seguintes marcadores: anti-HBc, anti-HBs e Ag-HBs. Os participantes da pesquisa foram pessoalmente contatados pelo autor, e consentiram por escrito com a realização do estudo. Assegurado sigilo absoluto, tanto dos resultados, como das informações contidas em questionário aplicado. RESULTADOS: Os dados analisados mostraram que 65/90 (72,2% foram reagentes para o anti-HBs e 25/90 (27,8% não reagentes. Quanto ao anti-HBc, 76/10 (90,5% foram não reagentes e 09/90 (10% mostraram-se reagentes. Nenhum dos participantes mostrou positividade para Ag-HBs. CONCLUSÕES: Este estudo mostrou uma soroprevalência para o anti-HBs de 72,2% (65/90. A prevalência da infecção pelo vírus B entre os anestesiologistas foi de 8,9% representados pelo 8 anti-HBc + / anti-HBs +. Com base nos resultados, campanhas de vacinação e implantação de medidas profiláticas devem ser intensificadas.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Los anestesiologistas están particularmente expuestos al contacto con sangre y secreciones. La infección por el virus de la hepatitis B constituye el mayor riesgo ocupacional para los profesionales de la área de la salud. El objetivo de este estudio fue evaluar el soroprevalecimiento

  4. Associação dos antígenos leucocitários humanos com a ausência de resposta humoral à vacina da hepatite B em pacientes renais crônicos hemodialisados Association of humans leucocitary antigens with humoral nonresponsive to hepatitis B vaccine in chronic hemodialysis patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquim Xavier de Sousa Júnior

    2004-02-01

    Full Text Available A vacinação com antígeno de superfície do vírus da hepatite B não tem eficácia satisfatória em pacientes hemodialisados. O objetivo do estudo foi investigar uma possível associação entre antígenos leucocitários humanos e a baixa capacidade de produção de anticorpos protetores (anti-HbS contra o antígeno de superfície do vírus da hepatite B em pacientes renais crônicos de programa de hemodiálise. Os antígenos HLA DR e DQ foram determinados em 76 pacientes hemodialisados por meio da técnica clássica de microlinfocitotoxicidade. Os resultados demonstraram que 34,2% dos pacientes eram não-respondedores à vacina VHB. As especificidades HLA mais freqüentes foram: HLA-DR3, DR7 e DQ2, com associação significante para a especificidade HLA-DR3 (p=0,0025; OR 5,1; IC95% 1,36-19,10. Estes dados sugerem a associação dos genes HLA de classe II com a incapacidade de resposta humoral à vacina VHB.Vaccination using surface antigen from hepatitis B virus has not been successfully responded by hemodialysis patients. The present study was aimed at assessing a possible relationship between human leukocyte antigens and the low production of protective antibodies (anti-HbS against the surface antigen from hepatitis B by patients with chronic renal failure submitted to hemodialysis programs. The antigens HLA-DR and HLA-DQ were identified in 76 hemodialysis patients through classic microlymphotoxicity. Our results showed that 34.2% of the patients were non-responsive to the vaccine VHB. The most frequent HLA specificity were: HLA-DR3, DR-7 and DQ2 with a significant association for HLA-DR3 (p=0.0025; OR 5.1; IC 95% 1.36-19.10. Such data suggest an association between genes from HLA class II antigens and the humoral non-response to the vaccine VHB.

  5. Endocardite infecciosa em adolescentes. Análise dos fatores de risco de mortalidade intra-hospitalar Infective endocarditis in adolescents. analysis of risk factors for in-hospital mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nádia Barreto Tenório Aoun

    1997-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os aspectos epidemiológicos, clínicos, terapêuticos e evolutivos da endocardite infecciosa (EI em grupo de pacientes com idade entre 12 e 20 (média de 15,5 anos. MÉTODOS: Foram estudados, retrospectivamente, 33 pacientes consecutivos (14 do sexo masculino e 19 do feminino, admitidos com diagnóstico de EI. RESULTADOS: A mortalidade da EI foi de 42%. A cardiopatia reumática predominou como condição predisponente (63% dos casos, seguida das cardiopatias congênitas (24% e próteses cardíacas (12%. A maioria dos pacientes (78% encontrava-se na admissão em CF III e IV e apresentava mortalidade significativamente maior do que os que se encontravam na CF I e II (p=0,01. Complicações embólicas foram detectadas em 51% e determinaram maior mortalidade (p=0,05. O agente etiológico mais isolado foi o Staphylococcus aureus (em 42% das hemoculturas positivas, seguido do Staphylococcus viridans (em 21%. A análise multivariada mostrou que a contagem global de leucócitos acima de 10.000/mm ³, e a CF referidos na admissão (p=0,01 e p=0,04, e a ocorrência de embolias (p=0,03 eram preditores independentes de mortalidade intra-hospitalar. CONCLUSÃO: A cardiopatia reumática permanece, semelhante à população adulta, como principal fator predisponente da EI nos adolescentes, tendo como principal agente etiológico o S.aureus, semelhante à população pediátrica. A mortalidade é elevada e representam preditores de mortalidade intra-hospitalar a CF na admissão, a ocorrência da fenômenos embólicos e a leucocitose.PURPOSE: To study the epidemiological, clinical, therapeutic and evolutive aspects of endocarditis in a group of patients aging 12 to 20 years-old ( mean 15.5. METHODS: Thirty-three consecutive patients (14 males, 19 females admitted with infective endocarditis were retrospectively studied. RESULTS: Infective endocarditismortality was 42%. Rheumatic heart disease was the predominant underlying condition in 63% of