WorldWideScience

Sample records for fungo sclerotinia sclerotiorum

  1. Viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum e incidência de fungos antagonistas em solo de Cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila de Castro Louback Ferraz

    2011-12-01

    Full Text Available A viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum foi avaliada durante oito meses em três solos de Cerrado cultivados. Escleródios produzidos "in vitro", mantidos em invólucros de náilon perfurados, foram enterrados a 5 cm de profundidade, em solos previamente fumigados ou não fumigados com brometo de metila. Após 10 dias de incubação, os escleródios foram examinados quanto à viabilidade e a presença de fungos antagônicos. A viabilidade foi estimada através do número de escleródios germinados 7 dias após plaqueamento em meio semi seletivo Neon-S. A viabilidade dos escleródios variou com o solo de Cerrado. Escleródios incubados em solos não fumigados com brometo de metila apresentaram menor viabilidade e maior presença de fungos antagônicos, indicando que estes solos contêm elementos supressivos de origem biológica. A viabilidade dos escleródios foi relacionada negativamente com a população de alguns microorganismos de solo. Nos tratamentos de maior incidência de Trichoderma spp. observou-se menor viabilidade de escleródios e solos fumigados suprimiram fortemente a ocorrência deste antagonista.

  2. Engineering Sclerotinia Sclerotiorum Resistance in Oilseed Crops ...

    African Journals Online (AJOL)

    The fungal pathogen Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary is worldwide in distribution and pathogenic to more than 400 plant species. This disease causes significant yield losses of various important crops including sunflower, canola, and soybean. Applying fungicides and crop rotation are currently the major methods of ...

  3. Sclerotinia Rot on Basil Caused by Sclerotinia sclerotiorum in Korea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soo Sang Hahm

    2017-03-01

    Full Text Available During growing season of 2011 to 2013, Sclerotinia rot symptoms consistently have been observed on basil in Yesan-gun, Chungcheongnam-do in Korea. The typical symptom formed initially brownish spot on leaf and stem, and then advancing margins, wilting the whole plant and blighting, eventually died. On the surface of diseased lesions was observed cottony, white, dense mat of mycelial growth, and sclerotia (30–100 µm diameter formed on stem and leaf. Morphological and cultural characteristic on potato dextrose agar, color of colony was white and colorless chocolate, sclerotium of irregular shape of the oval was black and 5–50 µm diameter in size. In pathogenicity test, necrosis and wilt of the inoculated stem were observed in all plants and the pathogen was reisolated from stems. On the basis of mycological characteristics, pathogenicity, and internal transcribed spacer rDNA sequence analysis, this fungus was identified as Sclerotinia sclerotiorum. This is the first report of Sclerotinia rot on basil caused by S. sclerotiorum in Korea.

  4. Biological control of Sclerotinia sclerotiorum (oilseed rape isolate ...

    African Journals Online (AJOL)

    Jane

    2011-06-27

    Jun 27, 2011 ... Sclerotinia sclerotiorum (Lib) De Bary, the causal agent of stem rot of oilseed rape, is one of the most important phytopathogens. In order to find appropriate biocontrol agents, antagonistic and especially chitinolytical activities of 110 soil actinomycetes were examined. Among assayed isolates,.

  5. Environmental factors for germination of Sclerotinia sclerotiorum sclerotia

    Science.gov (United States)

    Basal stalk rot of sunflower is an economically important and rather unique disease among crops that are susceptible to Sclerotinia sclerotiorum. This disease is the result of myceliogenic germination of sclerotia whereby the vegetative hyphae infect the sunflower below the soil level. In contrast, ...

  6. Biological control of Sclerotinia sclerotiorum (oilseed rape isolate ...

    African Journals Online (AJOL)

    Sclerotinia sclerotiorum (Lib) De Bary, the causal agent of stem rot of oilseed rape, is one of the most important phytopathogens. In order to find appropriate biocontrol agents, antagonistic and especially chitinolytical activities of 110 soil actinomycetes were examined. Among assayed isolates, Streptomyces sp. isolate 422 ...

  7. Selection of endophytic fungi from comfrey (Symphytum officinale L. for in vitro biological control of the phytopathogen Sclerotinia sclerotiorum (Lib. Seleção de fungos endofíticos de confrei (Symphytum officinale L., buscando controle biológico in vitro do fitopatógeno Sclerotinia sclerotiorum (Lib.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaeli Rocha

    2009-03-01

    Full Text Available Biological control consists of using one organism to attack another that may cause economic damage to crops. Integrated Pest Management (IPM is a very common strategy. The white mold produced by Sclerotiniasclerotiorum (Lib. causes considerable damage to bean crops. This fungus is a soil inhabitant, the symptoms of which are characterized by water-soaked lesions covered by a white cottony fungal growth on the soil surface and/or the host plant. Possible biological control agents taken from plants are being investigated as phytopathogen inhibitors. These are endophytic microorganisms that inhabit the intercellular spaces of vegetal tissues and are often responsible for antimicrobial production. The objective of the present study was to select endophytic fungi isolated from comfrey (Symphytumofficinale L. leaves with in vitro antagonist potential against the phytopathogenic fungus S. sclerotiorum. Twelve isolates of endophytic fungi and a pathogenic strain of S. sclerotiorum were used in the challenge method. With the aid of this method, four endophytes with the best antagonistic activity against S. sclerotiorum were selected. Pathogen growth inhibition zones were considered indicative of antibiosis. The percentages of pathogenic mycelia growth were measured both with and without the antagonist, resulting in growth reductions of 46.7% to 50.0% for S. sclerotiorum. These analyses were performed by evaluating the endophytic/pathogenic mycelia growth in mm/day over an eight-day period of antagonistic tests.O controle biológico consiste no uso de organismos que atacam outros que causam danos a culturas de plantas. Esta é uma estratégia muito utilizada no Controle Integrado de Pragas (CIP. O mofo branco, causado por Sclerotiniasclerotiorum (Lib., causa danos em culturas de feijão. Este fungo é encontrado no solo e seus sintomas são caracterizados por lesões úmidas cobertas por micélios algodonosos, crescidos a partir do solo e/ou da planta

  8. UTILIZAÇÃO DE Trichoderma spp. NO CONTROLE DE Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary E NO CRESCIMENTO DE ALFACE

    OpenAIRE

    Gerarda Beatriz Pinto da Silva

    2013-01-01

    O fungo Sclerotinia sclerotiorum é responsável por perdas significativas na produção de alface. Por se tratar de um fungo de solo, seu manejo é dificultado, sendo uma alternativa, o uso do controle biológico utilizando espécies do gênero Trichoderma. Dentre os muitos fatores que podem interferir no desempenho desse antagonista, a origem dos isolados e o armazenamento são ainda pouco estudados. Pouco se sabe também a respeito de como isolados de Trichoderma spp. obtidos de áreas com e sem hist...

  9. IDENTIFICAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE Trichoderma spp. ARMAZENADOS E NATIVOS NO BIOCONTROLE DE Sclerotinia sclerotiorum

    OpenAIRE

    SILVA, GERARDA BEATRIZ PINTO DA; HECKLER, LEISE INÊS; SANTOS, RICARDO FELICIANO DOS; DURIGON, MIRIA ROSA; BLUME, ELENA

    2015-01-01

    RESUMO: O fungo Sclerotinia sclerotiorum é responsável por perdas significativas na produção de alface. Por se tratar de um fungo habitante do solo seu manejo é dificultado, sendo uma alternativa o uso do controle biológico utilizando espécies do gênero Trichoderma. Dessa forma, os objetivos deste trabalho foram identificar as espécies Trichoderma spp. nativas presentes em solo com (CP) e sem mofo-branco (SP), avaliar a velocidade de crescimento e o antagonismo in vitro dos isolados de Tricho...

  10. Susceptibility of wild carrot (Daucus carota ssp. carota) to Sclerotinia sclerotiorum

    DEFF Research Database (Denmark)

    Jensen, Brita Dahl; Finckh, M.R.; Munk, Lisa

    2008-01-01

    Sclerotinia soft rot, caused by Sclerotinia sclerotiorum, is a severe disease of cultivated carrots (Daucus carota ssp. sativus) in storage. It is not known whether Sclerotinia soft rot also affects wild carrots (D. carota ssp. carota), which hybridise and exchange genes, among them resistance...

  11. Characterization of the Sclerotinia sclerotiorum cell wall proteome.

    Science.gov (United States)

    Liu, Longzhou; Free, Stephen J

    2016-08-01

    We used a proteomic analysis to identify cell wall proteins released from Sclerotinia sclerotiorum hyphal and sclerotial cell walls via a trifluoromethanesulfonic acid (TFMS) digestion. Cell walls from hyphae grown in Vogel's glucose medium (a synthetic medium lacking plant materials), from hyphae grown in potato dextrose broth and from sclerotia produced on potato dextrose agar were used in the analysis. Under the conditions used, TFMS digests the glycosidic linkages in the cell walls to release intact cell wall proteins. The analysis identified 24 glycosylphosphatidylinositol (GPI)-anchored cell wall proteins and 30 non-GPI-anchored cell wall proteins. We found that the cell walls contained an array of cell wall biosynthetic enzymes similar to those found in the cell walls of other fungi. When comparing the proteins in hyphal cell walls grown in potato dextrose broth with those in hyphal cell walls grown in the absence of plant material, it was found that a core group of cell wall biosynthetic proteins and some proteins associated with pathogenicity (secreted cellulases, pectin lyases, glucosidases and proteases) were expressed in both types of hyphae. The hyphae grown in potato dextrose broth contained a number of additional proteins (laccases, oxalate decarboxylase, peroxidase, polysaccharide deacetylase and several proteins unique to Sclerotinia and Botrytis) that might facilitate growth on a plant host. A comparison of the proteins in the sclerotial cell wall with the proteins in the hyphal cell wall demonstrated that sclerotia formation is not marked by a major shift in the composition of cell wall protein. We found that the S. sclerotiorum cell walls contained 11 cell wall proteins that were encoded only in Sclerotinia and Botrytis genomes. © 2015 The Authors. Molecular Plant Pathology published by British Society for Plant Pathology and John Wiley & Sons Ltd.

  12. Investigation of Sclerotinia sclerotiorum strains variability in Brazil.

    Science.gov (United States)

    Abreu, M J; Souza, E A

    2015-06-18

    White mold is a common bean disease caused by the fungus Sclerotinia sclerotiorum, resulting in economic losses in Brazil and worldwide. Lack of knowledge about the population structure of the pathogen makes it difficult to control the disease. The aim of this study was to characterize strains of S. sclerotiorum obtained from ex-perimental and commercial common bean fields in Brazil. We analyzed 50 strains of S. sclerotiorum collected at several locations in the state of Minas Gerais. The strains were characterized according to their ability and time for developing apothecia. Morphological and physiological analyses such as the mycelial growth index, colony color, the time re-quired to form the first sclerotia on media, the number of sclerotia per plate, average sclerotium size, and sclerotium shape were performed. We determined the mycelial compatibility, conducted molecular analy-sis of microsatellites, and evaluated the aggressiveness of 28 strains. Most strains had the ability to form apothecia. A small group of strains showed mycelial compatibility, and the strains showed different aggres-siveness levels. Overall, the population studied here demonstrated wide variability based on the morphological, physiological, and molecular traits analyzed. The average size and shape of sclerotia presented a cor-relation of 0.617, whereas the times required to form sclerotia and the number of sclerotia per plate showed a correlation of -0.455. The char-acterization of the pathogen population described herein will provide an important tool for promoting the development of bean cultivars re-sistant to white mold.

  13. Report of Sclerotinia sclerotiorum as the causal organism of the leaf ...

    African Journals Online (AJOL)

    SARAH

    2015-06-30

    Jun 30, 2015 ... fungal field pathogens including Sclerotinia sclerotiorum associated with the crop . ... of white cottony mycelia on leaves close to the base of the plant on field as well as round ... Using the appropriate morphological guides as.

  14. Genome analysis of the necrotrophic fungal pathogens Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea

    NARCIS (Netherlands)

    Amselem, J.; Cuomo, C.A.; Kan, van J.A.L.; Viaud, M.; Benito, E.P.; Couloux, A.; Coutinho, P.M.; Vries, de R.P.; Dyer, P.S.; Fillinger, S.; Fournier, E.; Gout, L.; Hahn, M.; Kohn, L.; Lapalu, N.; Plummer, K.M.; Pradier, J.M.; Quévillon, E.; Sharon, A.; Simon, A.; Have, ten A.; Tudzynski, B.; Tudzynski, P.; Wincker, P.; Andrew, M.; Anthouard, V.; Beever, R.E.; Beffa, R.; Benoit, I.; Bouzid, O.; Brault, B.; Chen, Z.; Choquer, M.; Collemare, J.; Cotton, P.; Danchin, E.G.; Silva, Da C.; Gautier, A.; Giraud, C.; Giraud, T.; Gonzalez, C.; Grossetete, S.; Güldener, U.; Henrissat, B.; Howlett, B.J.; Kodira, C.; Kretschmer, M.; Lappartient, A.; Leroch, M.; Levis, C.; Mauceli, E.; Neuvéglise, C.; Oeser, B.; Pearson, M.; Poulain, J.; Poussereau, N.; Quesneville, H.; Rascle, C.; Schumacher, J.; Ségurens, B.; Sexton, A.; Silva, E.; Sirven, C.; Soanes, D.M.; Talbot, N.J.; Templeton, M.; Yandava, C.; Yarden, O.; Zeng, Q.; Rollins, J.A.; Lebrun, M.H.; Dickman, M.

    2011-01-01

    Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea are closely related necrotrophic plant pathogenic fungi notable for their wide host ranges and environmental persistence. These attributes have made these species models for understanding the complexity of necrotrophic, broad host-range pathogenicity.

  15. Report of postharvest rot of kiwifruit in Korea caused by Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Lee, Jung Han; Kwon, Young Ho; Kwack, Yong-Bum; Kwak, Youn-Sig

    2015-08-03

    In May 2014, sclerotinia rot symptoms caused by Sclerotinia sclerotiorum were observed on stored kiwifruit in Jinju, South Korea. The symptoms appeared as soft, water-soaked lesions on fruit covered with a white mycelium. The morphological characteristics and the internal transcribed spacer sequences of rRNA of the pathogen isolated from the sclerotinia rot showed it to be S. sclerotiorum. This was confirmed by performing a pathogenicity test with pure cultures of S. sclerotiorum and by reisolating S. sclerotiorum from artificially inoculated kiwifruits. Our results should help promote a better understanding of the diseases that affect kiwifruit and improve practices for postharvest disease control in the kiwifruit industry. Copyright © 2015 Elsevier B.V. All rights reserved.

  16. Alternative products in the "in vitro" inhibition of Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mello Alexandre Furtado Silveira

    2005-01-01

    Full Text Available The white mold, caused by Sclerotinia sclerotiorum, is a very important disease in tomato crops. The objective of this work was to study the effect of plant extracts, animal residues and industrial by-products extracts on the fungus in vitro growth. Treatments consisted of different concentrations of pyrolignous oil, neem oil, monosodium glutamate, sewage sludge and organic compost [coffee residue (50% coal residue (10%, maize residue (25%, poultry waste (12.5%, poultry meal (2.5%]. Positive control consisted of Petri dishes with PDA medium and negative control treatment consisted of PDA medium with procymidone. Fungus colonies were incubated at 22ºC and light intensity of 260 lux. Variables such as mycelium growth rate, sclerotia production, and viability 7 and 17 days after the transfer of mycelium disc to neon media were assessed. The extract of organic compost at 30% was effective in controlling mycelial growth and sclerotia production. This treatment, as well as neem oil at 0.5% increased soil respiration.

  17. Ca-Lignosulphonate and sclerotial viability of Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MATTEO MONTANARI

    2012-01-01

    Full Text Available Lignosulphonates, low cost by-products of the pulping process, have shown suppressive effects against some diseases caused by soil-borne pathogens. In this study, the effect of 1.5% v/v calcium lignosulphonate (Ca-Ls amendment to two commercial potting mixes (peat + coconut fibres; PC; and municipal compost + peat + pumice; MCPP on the viability of Sclerotinia sclerotiorum sclerotia was investigated. Sclerotia were buried in the Ca-Ls amended substrates for 30 days. Non-amended PC and MCPP, sterile sand and sterile PC with and without Ca-Ls were used as controls. The viability of sclerotia recovered from PC and MCPP amended with Ca-Ls was reduced by 50 and 42% respectively compared to control treatments. Ca-Ls amendment decreased sclerotial viability by enhancing the activity of the indigenous mycoparasitic fungi, Fusarium oxysporum, Mucor spp. and Trichoderma spp. The biocontrol ability of Ca-Ls against sclerotia was due to the stimulation of microbial activity and is, therefore, strictly dependent on the microbial composition of the substrate.

  18. Biocontrol potential of Trichoderma harzianum isolate T-aloe against Sclerotinia sclerotiorum in soybean.

    Science.gov (United States)

    Zhang, Fuli; Ge, Honglian; Zhang, Fan; Guo, Ning; Wang, Yucheng; Chen, Long; Ji, Xiue; Li, Chengwei

    2016-03-01

    Sclerotinia stem rot, caused by Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary is a major disease of soybean (Glycine max (L.) Merr.). At present, we revealed the three-way interaction between Trichoderma harzianum T-aloe, pathogen S. sclerotiorum and soybean plants in order to demonstrate biocontrol mechanism and evaluate biocontrol potential of T-aloe against S. sclerotiorum in soybean. In our experiments, T-aloe inhibited the growth of S. sclerotiorum with an efficiency of 56.3% in dual culture tests. T-aloe hyphae grew in parallel or intertwined with S. sclerotiorum hyphae and produced hooked contact branches, indicating mycoparasitism. Plate tests showed that T-aloe culture filtrate inhibited S. sclerotiorum growth with an inhibition efficiency of 51.2% and sclerotia production. T-aloe pretreatment showed growth-promoting effect on soybean plants. The activities of peroxidase, superoxide dismutase, and catalase increased, and the hydrogen peroxide (H2O2) as well as the superoxide radical (O2(-)) content in soybean leaves decreased after T-aloe pretreatment in response to S. sclerotiorum pathogen challenge. T-aloe treatment diminished damage caused by pathogen stress on soybean leaf cell membrane, and increased chlorophyll as well as total phenol contents. The defense-related genes PR1, PR2, and PR3 were expressed in the leaves of T-aloe-treated plants. In summary, T-aloe displayed biocontrol potential against S. sclerotiorum. This is the first report of unraveling biocontrol potential of Trichoderma Spp. to soybean sclerotinia stem rot from the three-way interaction between the biocontrol agent, pathogen S. sclerotiorum and soybean plants. Copyright © 2016 Elsevier Masson SAS. All rights reserved.

  19. Formulations of Bacillus subtilis BY-2 suppress Sclerotinia sclerotiorum on oilseed rape in the field

    Science.gov (United States)

    We are developing a collection of Bacillus strains, isolated from different environments, for use in controlling Sclerotinia sclerotiorum on oilseed rape in China and elsewhere. Strain BY-2, isolated from internal tissues of an oilseed rape root, was demonstrated to be Bacillus subtilis based on bi...

  20. Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary: biology and molecular traits of a cosmopolitan pathogen

    NARCIS (Netherlands)

    Bolton, M.D.; Thomma, B.P.H.J.; Nelson, B.D.

    2006-01-01

    Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary is a necrotrophic fungal pathogen causing disease in a wide range of plants. This review summarizes current knowledge of mechanisms employed by the fungus to parasitize its host with emphasis on biology, physiology and molecular aspects of pathogenicity. In

  1. A reevaluation of myceliogenic germination of sclerotia for Sclerotinia sclerotiorum strain Sun-87

    Science.gov (United States)

    Basal stalk rot of sunflower is an economically important, and rather unique disease, among crops that are susceptible to Sclerotinia sclerotiorum. This disease is the result of myceliogenic germination of sclerotia whereby the vegetative hyphae infect the sunflower below the soil level. In contrast...

  2. Chitosan oligosaccharides-triggered innate immunity contributes to oilseed rape resistance against Sclerotinia sclerotiorum

    DEFF Research Database (Denmark)

    Yin, Heng; Yan, Li; HongYan, Zhang

    2013-01-01

    Chitosan oligosaccharides (collectively, oligochitosan, or COS) are considered to be potent plant immunity elicitors. In this article, the induction of resistance to Sclerotinia sclerotiorum in Brassica napus L. var. Huyou 15 by COS is studied. Even though COS (50 mg mL1) did not affect radial...

  3. Random T-DNA mutagenesis identifies a Cu-Zn-superoxide dismutase gene as a virulence factor of Sclerotinia sclerotiorum

    Science.gov (United States)

    Agrobacterium-mediated transformation (AMT) was used to identify potential virulence factors in Sclerotinia sclerotiorum. Screening AMT transformants identified two mutants showing significantly reduced virulence. The mutants showed similar growth rate, colony morphology, and sclerotial and oxalate ...

  4. Manipulation of the Xanthophyll Cycle Increases Plant Susceptibility to Sclerotinia sclerotiorum.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jun Zhou

    2015-05-01

    Full Text Available The xanthophyll cycle is involved in dissipating excess light energy to protect the photosynthetic apparatus in a process commonly assessed from non-photochemical quenching (NPQ of chlorophyll fluorescence. Here, it is shown that the xanthophyll cycle is modulated by the necrotrophic pathogen Sclerotinia sclerotiorum at the early stage of infection. Incubation of Sclerotinia led to a localized increase in NPQ even at low light intensity. Further studies showed that this abnormal change in NPQ was closely correlated with a decreased pH caused by Sclerotinia-secreted oxalate, which might decrease the ATP synthase activity and lead to a deepening of thylakoid lumen acidification under continuous illumination. Furthermore, suppression (with dithiothreitol or a defect (in the npq1-2 mutant of violaxanthin de-epoxidase (VDE abolished the Sclerotinia-induced NPQ increase. HPLC analysis showed that the Sclerotinia-inoculated tissue accumulated substantial quantities of zeaxanthin at the expense of violaxanthin, with a corresponding decrease in neoxanthin content. Immunoassays revealed that the decrease in these xanthophyll precursors reduced de novo abscisic acid (ABA biosynthesis and apparently weakened tissue defense responses, including ROS induction and callose deposition, resulting in enhanced plant susceptibility to Sclerotinia. We thus propose that Sclerotinia antagonizes ABA biosynthesis to suppress host defense by manipulating the xanthophyll cycle in early pathogenesis. These findings provide a model of how photoprotective metabolites integrate into the defense responses, and expand the current knowledge of early plant-Sclerotinia interactions at infection sites.

  5. Calcium oxalate crystals: an integral component of the Sclerotinia sclerotiorum/Brassica carinata pathosystem.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margaret B Uloth

    Full Text Available Oxalic acid is an important virulence factor for disease caused by the fungal necrotrophic pathogen Sclerotinia sclerotiorum, yet calcium oxalate (CaOx crystals have not been widely reported. B. carinata stems were infected with S. sclerotiorum and observed using light microscopy. Six hours post inoculation (hpi, CaOx crystals were evident on 46% of stem sections and by 72 hpi on 100%, demonstrating that the secretion of oxalic acid by S. sclerotiorum commences before hyphal penetration. This is the first time CaOx crystals have been reported on B. carinata infected with S. sclerotiorum. The shape of crystals varied as infection progressed. Long tetragonal rods were dominant 12 hpi (68% of crystal-containing samples, but by 72 hpi, 50% of stems displayed bipyramidal crystals, and only 23% had long rods. Scanning electron microscopy from 24 hpi revealed CaOx crystals in all samples, ranging from tiny irregular crystals (< 0.5 μm to large (up to 40 μm highly organized arrangements. Crystal morphology encompassed various forms, including tetragonal prisms, oval plates, crystal sand, and druses. Large conglomerates of CaOx crystals were observed in the hyphal mass 72 hpi and these are proposed as a strategy of the fungus to hold and detoxify Ca2+ions. The range of crystal morphologies suggests that S. sclerotiorum growth and infection controls the form taken by CaOx crystals.

  6. IDENTIFICAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE Trichoderma spp. ARMAZENADOS E NATIVOS NO BIOCONTROLE DE Sclerotinia sclerotiorum

    OpenAIRE

    GERARDA BEATRIZ PINTO DA SILVA; LEISE INÊS HECKLER; RICARDO FELICIANO DOS SANTOS; MIRIA ROSA DURIGO; ELENA BLUME

    2015-01-01

    The fungus Sclerotinia sclerotiorum , handles significant losses in lettuce production. Being a soil borne fungus, its management is difficult, and an alternative is the use of biological control using species of the Trichoderma genus. Thus, the objectives of this study were to identify native species of Trichoderma spp. presents in the soil with (CP) and without white mold (SP), evaluate the growth rate and in vitro antagonism of Trichoderma spp. against S. sclerotiorum and to ver...

  7. A multiplex PCR assay for the detection and quantification of Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea.

    Science.gov (United States)

    Reich, J D; Alexander, T W; Chatterton, S

    2016-05-01

    Traditional culture methods for identifying the plant fungal pathogens Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary and Botrytis cinerea Pers.:Fr. are slow and laborious. The goal of this study was to develop a multiplex real-time PCR (qPCR) assay to detect and quantify DNA from S. sclerotiorum and B. cinerea. A primer set (SsIGS_5) for S. sclerotiorum was designed that targeted the intergenic spacer (IGS) regions of the ribosomal DNA. Addition of a probe to the assay increased its specificity: when the primer/probe set was tested against 21 fungal species (35 strains), amplification was detected from all S. sclerotiorum strains and no other species. For qPCR, the SsIGS_5 primer and probe set exhibited a linear range from 7·0 ng to 0·07 pg target DNA (R(2)  = 0·99). SsIGS_5 was then multiplexed with a previously published primer/probe set for B. cinerea to develop a high-throughput method for the detection and quantification of DNA from both pathogens. When multiplexed, the sensitivity and specificity of both assays were not different from individual qPCR reactions. The multiplex assay is currently being used to detect and quantify S. sclerotiorum and B. cinerea DNA from aerosol samples collected in commercial seed alfalfa fields. A primer and probe set for the quantification of Sclerotinia sclerotiorum DNA in a PCR assay was developed. The probe-based nature of this assay signifies an improvement over previous assays for this species by allowing multiplex reactions while maintaining high sensitivity. The primer/probe set was used in a multiplex real-time PCR assay for the quantification of S. sclerotiorum and Botrytis cinerea DNA, enabling rapid analysis of environmental samples. In crops susceptible to both pathogens, this multiplex assay can be used to quickly quantify the presence of each pathogen. © 2016 Her Majesty the Queen in Right of Canada © 2016 The Society for Applied Microbiology. Reproduced with the permission of the Office of the

  8. Genomic analysis of the necrotrophic fungal pathogens Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelle Amselem

    2011-08-01

    Full Text Available Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea are closely related necrotrophic plant pathogenic fungi notable for their wide host ranges and environmental persistence. These attributes have made these species models for understanding the complexity of necrotrophic, broad host-range pathogenicity. Despite their similarities, the two species differ in mating behaviour and the ability to produce asexual spores. We have sequenced the genomes of one strain of S. sclerotiorum and two strains of B. cinerea. The comparative analysis of these genomes relative to one another and to other sequenced fungal genomes is provided here. Their 38-39 Mb genomes include 11,860-14,270 predicted genes, which share 83% amino acid identity on average between the two species. We have mapped the S. sclerotiorum assembly to 16 chromosomes and found large-scale co-linearity with the B. cinerea genomes. Seven percent of the S. sclerotiorum genome comprises transposable elements compared to <1% of B. cinerea. The arsenal of genes associated with necrotrophic processes is similar between the species, including genes involved in plant cell wall degradation and oxalic acid production. Analysis of secondary metabolism gene clusters revealed an expansion in number and diversity of B. cinerea-specific secondary metabolites relative to S. sclerotiorum. The potential diversity in secondary metabolism might be involved in adaptation to specific ecological niches. Comparative genome analysis revealed the basis of differing sexual mating compatibility systems between S. sclerotiorum and B. cinerea. The organization of the mating-type loci differs, and their structures provide evidence for the evolution of heterothallism from homothallism. These data shed light on the evolutionary and mechanistic bases of the genetically complex traits of necrotrophic pathogenicity and sexual mating. This resource should facilitate the functional studies designed to better understand what makes these

  9. Análise dos níveis de poligalacturonases e glucanases expressas durante os processos de interação patogênica e saprofítica de Sclerotinia sclerotiorum

    OpenAIRE

    BARBOSA, Silvio Romero Costa

    2008-01-01

    O fungo Sclerotinia sclerotiorum, pode interagir com uma grande gama de espécies vegetais bem como obedecer à alta especificidade e especialização patogênica. Ele é capaz de digerir a parede celular de plantas hospedeiras utilizando para tal uma série de mecanismos bioquímicos e morfogenéticos que otimizam a invasão. Várias enzimas são produzidas durante a interação planta-hospedeiro e dentre elas se destacam a família das poligalacturonases (PGs) e as beta glucanases. As PGs catalisam a hidr...

  10. Transformation of Sclerotinia Sclerotiorum with the Green Fluorescent Protein Gene and Fluorescence of Hyphae in Four Inoculated Hosts

    Science.gov (United States)

    Sclerotinia sclerotiorum is an important pathogen of a wide variety of crops. To obtain a genetic marker to observe and study the interaction of the pathogen with its hosts, isolates ND30 and ND21 were transformed using pCT74 and gGFP constructs both containing genes for the green fluorescent protei...

  11. A secretory protein of necrotrophic fungus Sclerotinia sclerotiorum that suppresses host resistance.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wenjun Zhu

    Full Text Available SSITL (SS1G_14133 of Sclerotinia sclerotiorum encodes a protein with 302 amino acid residues including a signal peptide, its secretion property was confirmed with immunolocalization and immunofluorescence techniques. SSITL was classified in the integrin alpha N-terminal domain superfamily, and its 3D structure is similar to those of human integrin α4-subunit and a fungal integrin-like protein. When S. sclerotiorum was inoculated to its host, high expression of SSITL was detected during the initial stages of infection (1.5-3.0 hpi. Targeted silencing of SSITL resulted in a significant reduction in virulence; on the other hand, inoculation of SSITL silenced transformant A10 initiated strong and rapid defense response in Arabidopsis, the highest expressions of defense genes PDF1.2 and PR-1 appeared at 3 hpi which was 9 hr earlier than that time when plants were inoculated with the wild-type strain of S. sclerotiorum. Systemic resistance induced by A10 was detected by analysis of the expression of PDF1.2 and PR-1, and confirmed following inoculation with Botrytis cinerea. A10 induced much larger lesions on Arabidopsis mutant ein2 and jar1, and slightly larger lesions on mutant pad4 and NahG in comparison with the wild-type plants. Furthermore, both transient and constitutive expression of SSITL in Arabidopsis suppressed the expression of PDF1.2 and led to be more susceptible to A10 and the wild-type strain of S. sclerotiorum and B. cinerea. Our results suggested that SSITL is an effector possibly and plays significant role in the suppression of jasmonic/ethylene (JA/ET signal pathway mediated resistance at the early stage of infection.

  12. Effects of ozone treatment on Botrytis cinerea and Sclerotinia sclerotiorum in relation to horticultural product quality.

    Science.gov (United States)

    Sharpe, Deana; Fan, Lihua; McRae, Ken; Walker, Brad; MacKay, Ron; Doucette, Craig

    2009-08-01

    Botrytis cinerea and Sclerotinia sclerotiorum are fungal pathogens that cause the decay of many fruits and vegetables. Ozone may be used as an antimicrobial agent to control the decay. The effect of gaseous ozone on spore viability of B. cinerea and mycelial growth of B. cinerea and S. sclerotiorum were investigated. Spore viability of B. cinerea was reduced by over 99.5% (P < 0.01) and height of the aerial mycelium was reduced from 4.7 mm in the control to less than 1 mm after exposure to 450 or 600 ppb ozone for 48 h at 20 degrees C. Sporulation of B. cinerea was also substantially inhibited by ozone treatments. However, ozone had no significant effect on mycelial growth of S. sclerotiorum in vitro. Decay and quality parameters including color, chlorophyll fluorescence (CF), and ozone injury were further assessed for various horticultural commodities (apple, grape, highbush blueberry, and carrot) treated with 450 ppb of ozone for 48 h at 20 degrees C over a period of 12 d. Lesion size and height of the aerial mycelium were significantly reduced by the ozone treatment on carrots inoculated with mycelial agar plugs of B. cinerea or S. sclerotiorum. Lesion size was also reduced on treated apples inoculated with 5 x 10(6) spores/mL of B. cinerea, and decay incidence of treated grapes was reduced. The 450 ppb ozone for 48 h treatment had no significant effect on color of carrots and apples or on CF of apples and grapes. Ozone, an environmentally sound antimicrobial agent, inactivates microorganisms through oxidization and residual ozone spontaneously decomposes to nontoxic products. It may be applied to fruits and vegetables to reduce decay and extend shelf life.

  13. Genetic analysis of partial resistance to basal stem rot (Sclerotinia sclerotiorum in sunflower

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amouzadeh Masoumeh

    2013-01-01

    Full Text Available Basal stem rot, caused by Sclerotinia sclerotiorum (Lib. de Bary, is one of the major diseases of sunflower (Helianthus annuus L. in the world. Quantitative trait loci (QTLs implicated in partial resistance to basal stem rot disease were identified using 99 recombinant inbred lines (RILs from the cross between sunflower parental lines PAC2 and RHA266. The study was undertaken in a completely randomized design with three replications under controlled conditions. The RILs and their parental lines were inoculated with a moderately aggressive isolate of S. sclerotiorum (SSKH41. Resistance to disease was evaluated by measuring the percentage of necrosis area three days after inoculation. QTLs were mapped using an updated high-density SSR and SNP linkage map. ANOVA showed significant differences among sunflower lines for resistance to basal stem rot (P≤0.05. The frequency distribution of lines for susceptibility to disease showed a continuous pattern. Composite interval mapping analysis revealed 5 QTLs for percentage of necrotic area, localized on linkage groups 1, 3, 8, 10 and 17. The sign of additive effect was positive in 5 QTLs, suggesting that the additive allele for partial resistance to basal stem rot came from the paternal line (RHA266. The phenotypic variance explained by QTLs (R2 ranged from 0.5 to 3.16%. Identified genes (HUCL02246_1, GST and POD, and SSR markers (ORS338, and SSL3 encompassing the QTLs for partial resistance to basal stem rot could be good candidates for marker assisted selection.

  14. Isolation of oxalic acid tolerating fungi and decipherization of its potential to control Sclerotinia sclerotiorum through oxalate oxidase like protein.

    Science.gov (United States)

    Yadav, Shivani; Srivastava, Alok K; Singh, Dhanajay P; Arora, Dilip K

    2012-11-01

    Oxalic acid plays major role in the pathogenesis by Sclerotinia sclerotiorum; it lowers the pH of nearby environment and creates the favorable condition for the infection. In this study we examined the degradation of oxalic acid through oxalate oxidase and biocontrol of Sclerotinia sclerotiorum. A survey was conducted to collect the rhizospheric soil samples from Indo-Gangetic Plains of India to isolate the efficient fungal strains able to tolerate oxalic acid. A total of 120 fungal strains were isolated from root adhering soils of different vegetable crops. Out of 120 strains a total of 80 isolates were able to grow at 10 mM of oxalic acid whereas only 15 isolates were grow at 50 mM of oxalic acid concentration. Then we examined the antagonistic activity of the 15 isolates against Sclerotinia sclerotiorum. These strains potentially inhibit the growth of the test pathogen. A total of three potential strains and two standard cultures of fungi were tested for the oxalate oxidase activity. Strains S7 showed the maximum degradation of oxalic acid (23 %) after 60 min of incubation with fungal extract having oxalate oxidase activity. Microscopic observation and ITS (internally transcribed spacers) sequencing categorized the potential fungal strains into the Aspergillus, Fusarium and Trichoderma. Trichoderma sp. are well studied biocontrol agent and interestingly we also found the oxalate oxidase type activity in these strains which further strengthens the potentiality of these biocontrol agents.

  15. 1,8-Dihydroxynaphthalene monoglucoside, a new metabolite of Sclerotinia sclerotiorum, and the effect of tricyclazole on its production.

    Science.gov (United States)

    Starratt, A N; Ross, L M; Lazarovits, G

    2002-04-01

    Isolate SS7 of Sclerotinia sclerotiorum was previously shown to produce and excrete into agar medium copious amounts of the melanin precursor 1,8-dihydroxynaphthalene. Much reduced quantities of this product were produced in the presence of tricyclazole, an inhibitor of pentaketide melanin biosynthesis. In this study, we demonstrate that young cultures of isolate SS7 produce 1,8-dihydroxynaphthalene monoglucoside, a new natural product not previously reported from fungi. When cultured in the presence of tricyclazole, such young cultures also accumulated two new monoglucosides of 1,3,8-trihydroxynaphthalene, which, as well as 1,8-dihydroxynaphthalene monoglucoside, were also obtained from cultures of two other isolates of S. sclerotiorum. It is proposed that rapid glucosylation of 1,3,8-trihydroxynaphthalene in young tricyclazole-inhibited S. sclerotiorum cultures accounts for the failure to observe 2-hydroxyjuglone or other metabolites usually associated with blockage of the pentaketide pathway to melanin in fungi.

  16. Mycoparasitism studies of Trichoderma harzianum against Sclerotinia sclerotiorum: evaluation of antagonism and expression of cell wall-degrading enzymes genes.

    Science.gov (United States)

    Troian, Rogério Fraga; Steindorff, Andrei Stecca; Ramada, Marcelo Henrique Soller; Arruda, Walquiria; Ulhoa, Cirano José

    2014-10-01

    Trichoderma spp. are known for their biocontrol activity against several plant pathogens. A specific isolate of Trichoderma harzianum, 303/02, has the potential to inhibit the growth of Sclerotinia sclerotiorum, an important agent involved in several crop diseases. In this study, the interaction between T. harzianum 303/02 and mycelia, sclerotia and apothecia of S. sclerotiorum was studied by scanning electron microscopy. RT-qPCR was used to examine the expression of 11 genes potentially involved in biocontrol. T. harzianum 303/02 parasitizes S. sclerotiorum by forming branches that coil around the hyphae. The fungus multiplied abundantly at the sclerotia and apothecia surface, forming a dense mycelium that penetrated the inner surface of these structures. The levels of gene expression varied according to the type of structure with which T. harzianum was interacting. The data also showed the presence of synergistic action between the cell-wall degrading enzymes.

  17. Oxalic acid has an additional, detoxifying function in Sclerotinia sclerotiorum pathogenesis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annerose Heller

    Full Text Available The mechanism of the diseases caused by the necrotroph plant pathogen Sclerotinia sclerotiorum is not well understood. To investigate the role of oxalic acid during infection high resolution, light-, scanning-, transmission electron microscopy and various histochemical staining methods were used. Our inoculation method allowed us to follow degradation of host plant tissue around single hyphae and to observe the reaction of host cells in direct contact with single invading hyphae. After penetration the outer epidermal cell wall matrix appeared degraded around subcuticular hyphae (12-24 hpi. Calcium oxalate crystals were detected in advanced (36-48 hpi and late (72 hpi infection stages, but not in early stages. In early infection stages, surprisingly, no toxic effect of oxalic acid eventually secreted by S. sclerotiorum was observed. As oxalic acid is a common metabolite in plants, we propose that attacked host cells are able to metabolize oxalic acid in the early infection stage and translocate it to their vacuoles where it is stored as calcium oxalate. The effects, observed on healthy tissue upon external application of oxalic acid to non-infected, living tissue and cell wall degradation of dead host cells starting at the inner side of the walls support this idea. The results indicate that oxalic acid concentrations in the early stage of infection stay below the toxic level. In plant and fungi oxalic acid/calcium oxalate plays an important role in calcium regulation. Oxalic acid likely could quench calcium ions released during cell wall breakdown to protect growing hyphae from toxic calcium concentrations in the infection area. As calcium antimonate-precipitates were found in vesicles of young hyphae, we propose that calcium is translocated to the older parts of hyphae and detoxified by building non-toxic, stable oxalate crystals. We propose an infection model where oxalic acid plays a detoxifying role in late infection stages.

  18. IDENTIFICAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE Trichoderma spp. ARMAZENADOS E NATIVOS NO BIOCONTROLE DE Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GERARDA BEATRIZ PINTO DA SILVA

    2015-01-01

    Full Text Available The fungus Sclerotinia sclerotiorum , handles significant losses in lettuce production. Being a soil borne fungus, its management is difficult, and an alternative is the use of biological control using species of the Trichoderma genus. Thus, the objectives of this study were to identify native species of Trichoderma spp. presents in the soil with (CP and without white mold (SP, evaluate the growth rate and in vitro antagonism of Trichoderma spp. against S. sclerotiorum and to verify the biocontrol potential of Trichoderma spp. microbi- olized lettuce seeds, growing in substrate infested with S. sclerotiorum . Trichoderma spp. isolates were obtained from areas with and without history of white mold or stored in water. Mycelial growth rate and sporu- lation of the Trichoderma spp. isolates and control of Trichoderma spp. versus S. sclerotiorum in the in vitro essays. For the in vivo essay, lettuce seeds were microbiolized with Trichoderma spp. and the substrate was infested with S. sclerotiorum . The native isolates of Trichoderma identified belong to T. koningiopsis and T. asperellum species. The CP isolates had higher mycelial growth rates when compared to the SP isolates and stored while the stored isolates showed better responses in confrontation. The application of Trichoderma spp. promoted higher seedlings quality compared to control, as well as good seedlings development in the presence of the pathogen.

  19. Selection of endophytic fungi from comfrey (Symphytum officinale L.) for in vitro biological control of the phytopathogen Sclerotinia sclerotiorum (Lib.).

    Science.gov (United States)

    Rocha, Rafaeli; da Luz, Daniela Eleutério; Engels, Cibelle; Pileggi, Sônia Alvim Veiga; de Souza Jaccoud Filho, David; Matiello, Rodrigo Rodrigues; Pileggi, Marcos

    2009-01-01

    Biological control consists of using one organism to attack another that may cause economic damage to crops. Integrated Pest Management (IPM) is a very common strategy. The white mold produced by Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) causes considerable damage to bean crops. This fungus is a soil inhabitant, the symptoms of which are characterized by water-soaked lesions covered by a white cottony fungal growth on the soil surface and/or the host plant. Possible biological control agents taken from plants are being investigated as phytopathogen inhibitors. These are endophytic microorganisms that inhabit the intercellular spaces of vegetal tissues and are often responsible for antimicrobial production. The objective of the present study was to select endophytic fungi isolated from comfrey (Symphytum officinale L.) leaves with in vitro antagonist potential against the phytopathogenic fungus S. sclerotiorum. Twelve isolates of endophytic fungi and a pathogenic strain of S. sclerotiorum were used in the challenge method. With the aid of this method, four endophytes with the best antagonistic activity against S. sclerotiorum were selected. Pathogen growth inhibition zones were considered indicative of antibiosis. The percentages of pathogenic mycelia growth were measured both with and without the antagonist, resulting in growth reductions of 46.7% to 50.0% for S. sclerotiorum. These analyses were performed by evaluating the endophytic/pathogenic mycelia growth in mm/day over an eight-day period of antagonistic tests.

  20. Attack modes and defence reactions in pathosystems involving Sclerotinia sclerotiorum, Brassica carinata, B. juncea and B. napus.

    Science.gov (United States)

    Uloth, Margaret B; Clode, Peta L; You, Ming Pei; Barbetti, Martin J

    2016-01-01

    Sclerotinia stem rot (SSR, Sclerotinia sclerotiorum) is a damaging disease of oilseed brassicas world-wide. Host resistance is urgently needed to achieve control, yet the factors that contribute to stem resistance are not well understood. This study investigated the mechanisms of resistance to SSR. Stems of 5-week-old Brassica carinata, B. juncea and B. napus of known resistance were infected via filter paper discs impregnated with S. sclerotiorum mycelium under controlled conditions. Transverse sections of the stem and portions of the stem surface were examined using optical and scanning electron microscopy. The association of anatomical features with the severity of disease (measured by mean lesion length) was determined. Several distinct resistance mechanisms were recorded for the first time in these Brassica-pathogen interactions, including hypersensitive reactions and lignification within the stem cortex, endodermis and in tissues surrounding the lesions. Genotypes showing a strong lignification response 72 h post-infection (hpi) tended to have smaller lesions. Extensive vascular invasion by S. sclerotiorum was observed only in susceptible genotypes, especially in the vascular fibres and xylem. Mean lesion length was negatively correlated with the number of cell layers in the cortex, suggesting progress of S. sclerotiorum is impeded by more cell layers. Hyphae in the centre of lesions became highly vacuolate 72 hpi, reflecting an ageing process in S. sclerotiorum hyphal networks that was independent of host resistance. The infection process of S. sclerotiorum was analogous in B. carinata and B. napus. Infection cushions of the highly virulent isolate of S. sclerotiorum MBRS-1 were grouped together in dense parallel bundles, while hyphae in the infection cushions of a less aggressive isolate WW-3 were more diffuse, and this was unaffected by host genotype. A variety of mechanisms contribute to host resistance against S. sclerotiorum across the three

  1. Reaction of common bean lines and aggressiveness of Sclerotinia sclerotiorum isolates.

    Science.gov (United States)

    Silva, P H; Santos, J B; Lima, I A; Lara, L A C; Alves, F C

    2014-11-07

    The aims of this study were to evaluate the reaction of common bean lines to white mold, the aggressiveness of different Sclerotinia sclerotiorum isolates from various common bean production areas in Brazil, and comparison of the diallel and GGE (genotype main effect plus genotype-by-environment interaction) biplot analysis procedures via study of the line-by-isolate interaction. Eleven common bean (Phaseolus vulgaris) lines derived from 3 backcross populations were used. Field experiments were performed in the experimental area of the Departamento de Biologia of the Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, Brazil, in the 2011 and 2012 dry crop season and 2011 winter crop season through a randomized block design with 3 replications. This study was also set up in a greenhouse. Inoculations were performed 28 days after sowing by means of the straw test method. The reaction of the bean lines to white mold was assessed according to a diagrammatic scale from 1 (plant without symptoms) to 9 (dead plant). Estimations of general reaction capacity (lines) and general aggressiveness capacity (isolates) indicated different horizontal levels of resistance in the lines and levels of aggressiveness in the isolates. Therefore, it was possible to select more resistant lines and foresee those crosses that are the most promising for increasing the level of resistance. It was also possible to identify the most aggressive isolates that were more efficient in distinguishing the lines. Both diallel and GGE biplot analyses were useful in identifying the genotypic values of lines and isolates.

  2. Interspecific Transmission of Double-Stranded RNA and Hypovirulence from Sclerotinia sclerotiorum to S. minor.

    Science.gov (United States)

    Melzer, M S; Ikeda, S S; Boland, G J

    2002-07-01

    ABSTRACT Interspecific transmission of a hypovirulence-associated double-stranded RNA (dsRNA) and hypovirulent phenotype was attempted from hypovirulent isolate Ss275 of Sclerotinia sclerotiorum to five virulent isolates of S. minor. dsRNA and the hypovirulent phenotype were successfully transmitted to one of the five isolates, Sm10. Three putative converted isolates of Sm10 were slow growing and developed atypical colony morphologies characteristic of the hypovirulent phenotype. These isolates were assayed for virulence and produced significantly smaller lesions than isolate Sm10 on detached leaves of Romaine lettuce. One of these putative converted isolates, designated Sm10T, was tested to confirm interspecific transmission of dsRNA. In northern hybridizations, dsRNA isolated from Sm10T hybridized with a digoxigenin-labeled cDNA probe prepared from dsRNA isolated from Ss275. Random amplified polymorphic DNA analysis confirmed that isolate Sm10T was derived from Sm10 and not from Ss275 or a hybrid of the two species. The dsRNA and hypovirulent phenotype were subsequently transmitted intraspecifically from Sm10T to Sm8. To our knowledge, this is the first report of interspecific transmission of dsRNA and an associated hypovirulent phenotype between fungal plant pathogens by hyphal anastomosis.

  3. Application of Hyperspectral Imaging to Detect Sclerotinia sclerotiorum on Oilseed Rape Stems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wenwen Kong

    2018-01-01

    Full Text Available Hyperspectral imaging covering the spectral range of 384–1034 nm combined with chemometric methods was used to detect Sclerotinia sclerotiorum (SS on oilseed rape stems by two sample sets (60 healthy and 60 infected stems for each set. Second derivative spectra and PCA loadings were used to select the optimal wavelengths. Discriminant models were built and compared to detect SS on oilseed rape stems, including partial least squares-discriminant analysis, radial basis function neural network, support vector machine and extreme learning machine. The discriminant models using full spectra and optimal wavelengths showed good performance with classification accuracies of over 80% for the calibration and prediction set. Comparing all developed models, the optimal classification accuracies of the calibration and prediction set were over 90%. The similarity of selected optimal wavelengths also indicated the feasibility of using hyperspectral imaging to detect SS on oilseed rape stems. The results indicated that hyperspectral imaging could be used as a fast, non-destructive and reliable technique to detect plant diseases on stems.

  4. Mycelial compatibility and aggressiveness of Sclerotinia sclerotiorum isolates from Brazil and the United States

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimara Junko Koga

    2014-04-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate the genetic diversity among Sclerotinia sclerotiorum isolates from Brazil and the USA, assess their aggressiveness variability, and verify the existence of an isolate-cultivar interaction. Isolate variability was determined by mycelial compatibility grouping (MCG, and isolate aggressiveness by cut-stem inoculations of soybean cultivars. Two experiments for MCGs and two for aggressiveness were conducted with two sets of isolates. The first set included nine isolates from the same soybean field in Brazil and nine from the Midwest region of the USA. The second set included 16 isolates from several regions of Brazil and one from the USA. In the first set, 18 isolates formed 12 different MCGs. In the second set, 81% of the isolates from Brazil grouped into a single MCG. No common MCGs were observed among isolates from Brazil and the USA. The isolates showed aggressiveness differences in the first set, but not in the second. Although aggressiveness differed in the first set, soybean cultivars and isolates did not interact significantly. Cultivar rank remained the same, regardless of the genetic diversity, aggressiveness difference, and region or country of origin of the isolate. Results from screening of soybean cultivars, performed by the cut-stem method in the USA, can be used as reference for researchers in Brazil.

  5. Emerging trends in molecular interactions between plants and the broad host range fungal pathogens Botrytis cinerea and Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Malick eMbengue

    2016-03-01

    Full Text Available Fungal plant pathogens are major threats to food security worldwide. Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea are closely related Ascomycete plant pathogens causing mold diseases on hundreds of plant species. There is no genetic source of complete plant resistance to these broad host range pathogens known to date. Instead, natural plant populations show a continuum of resistance levels controlled by multiple genes, a phenotype designated as quantitative disease resistance. Little is known about the molecular mechanisms controlling the interaction between plants and S. sclerotiorum and B. cinerea but significant advances were made on this topic in the last years. This minireview highlights a selection of nine themes that emerged in recent research reports on the molecular bases of plant-S. sclerotiorum and plant-B. cinerea interactions. On the fungal side, this includes progress on understanding the role of oxalic acid, on the study of fungal small secreted proteins. Next, we discuss the exchanges of small RNA between organisms and the control of cell death in plant and fungi during pathogenic interactions. Finally on the plant side, we highlight defense priming by mechanical signals, the characterization of plant Receptor-like proteins and the hormone abscisic acid in the response to B. cinerea and S. sclerotiorum , the role of plant general transcription machinery and plant small bioactive peptides. These represent nine trends we selected as remarkable in our understanding of fungal molecules causing disease and plant mechanisms associated with disease resistance to two devastating broad host range fungi.

  6. A new point mutation in the iron-sulfur subunit of succinate dehydrogenase confers resistance to boscalid in Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Wang, Yong; Duan, Yabing; Wang, Jianxin; Zhou, Mingguo

    2015-09-01

    Research has established that mutations in highly conserved amino acids of the succinate dehydrogenase (SDH) complex in various fungi confer SDH inhibitor (SDHI) resistance. For Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary, a necrotrophic fungus with a broad host range and a worldwide distribution, boscalid resistance has been attributed to the mutation H132R in the highly conserved SdhD subunit protein of the SDH complex. In our previous study, however, only one point mutation, A11V in SdhB (GCA to GTA change in SdhB), was detected in S. sclerotiorum boscalid-resistant (BR) mutants. In the current study, replacement of the SdhB gene in a boscalid-sensitive (BS) S. sclerotiorum strain with the mutant SdhB gene conferred resistance. Compared with wild-type strains, BR and GSM (SdhB gene in the wild-type strain replaced by the mutant SdhB gene) mutants were more sensitive to osmotic stress, lacked the ability to produce sclerotia and exhibited lower expression of the pac1 gene. Importantly, the point mutation was not located in the highly conserved sequence of the iron-sulfur subunit of SDH. These results suggest that resistance based on non-conserved vs. conserved protein domains differs in mechanism. In addition to increasing our understanding of boscalid resistance in S. sclerotiorum, the new information will be useful for the development of alternative antifungal drugs. © 2014 BSPP AND JOHN WILEY & SONS LTD.

  7. Discovery of Sclerotinia sclerotiorum Hypovirulence-Associated Virus-1 in Urban River Sediments of Heathcote and Styx Rivers in Christchurch City, New Zealand.

    Science.gov (United States)

    Kraberger, Simona; Stainton, Daisy; Dayaram, Anisha; Zawar-Reza, Peyman; Gomez, Christopher; Harding, Jon S; Varsani, Arvind

    2013-08-08

    In samples of benthic and bank river sediments of two urban rivers in Christchurch city (New Zealand), we identified and recovered isolates of Sclerotinia sclerotiorum hypovirulence-associated virus-1 (SsHADV-1), a fungus-infecting circular single-stranded DNA virus. This is the first report of SsHADV-1 outside of China and in environmental samples.

  8. Formulations of the endophytic bacterium Bacillus subtilis Tu-100 suppress Sclerotinia sclerotiorum on oilseed rape and improve plant vigor in field trials conducted at separate locations

    Science.gov (United States)

    Sclerotinia sclerotiorum causes serious yield losses in crops in The People’s Republic of China. Two formulations of oilseed rape seed containing the endophytic bacterium Bacillus subtilis Tu-100 were evaluated for suppression of this pathogen in field trials conducted at two independent locations....

  9. Components of a rice-oilseed rape production system augmented with trichoderma sp. Tri-1 control sclerotinia sclerotiorum on oilseed rape

    Science.gov (United States)

    Sclerotinia sclerotiorum causes serious yield losses on many crops throughout the world. In two field trials conducted at the same location in consecutive years, a treatment containing formulated Trichoderma harzianum-1 (Tri-1) resulted in oilseed rape seed yield that was significantly greater than...

  10. pH Dependency of sclerotial development and pathogenicity revealed by using genetically defined oxalate-minus mutants of Sclerotinia sclerotiorum

    Science.gov (United States)

    The devastating plant pathogen Sclerotinia sclerotiorum produces copious (up to 50mM) amounts of oxalic acid, which, for over a quarter century, has been claimed as the pathogenicity determinant based on UV-induced mutants that concomitantly lost oxalate production and pathogenicity. Such a claim wa...

  11. Effects of Sublethal Fungicides on Mutation Rates and Genomic Variation in Fungal Plant Pathogen, Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Amaradasa, B Sajeewa; Everhart, Sydney E

    2016-01-01

    Pathogen exposure to sublethal doses of fungicides may result in mutations that may represent an important and largely overlooked mechanism of introducing new genetic variation into strictly clonal populations, including acquisition of fungicide resistance. We tested this hypothesis using the clonal plant pathogen, Sclerotinia sclerotiorum. Nine susceptible isolates were exposed independently to five commercial fungicides with different modes of action: boscalid (respiration inhibitor), iprodione (unclear mode of action), thiophanate methyl (inhibition of microtubulin synthesis) and azoxystrobin and pyraclostrobin (quinone outside inhibitors). Mycelium of each isolate was inoculated onto a fungicide gradient and sub-cultured from the 50-100% inhibition zone for 12 generations and experiment repeated. Mutational changes were assessed for all isolates at six neutral microsatellite (SSR) loci and for a subset of isolates using amplified fragment length polymorphisms (AFLPs). SSR analysis showed 12 of 85 fungicide-exposed isolates had a total of 127 stepwise mutations with 42 insertions and 85 deletions. Most stepwise deletions were in iprodione- and azoxystrobin-exposed isolates (n = 40/85 each). Estimated mutation rates were 1.7 to 60-fold higher for mutated loci compared to that expected under neutral conditions. AFLP genotyping of 33 isolates (16 non-exposed control and 17 fungicide exposed) generated 602 polymorphic alleles. Cluster analysis with principal coordinate analysis (PCoA) and discriminant analysis of principal components (DAPC) identified fungicide-exposed isolates as a distinct group from non-exposed control isolates (PhiPT = 0.15, P = 0.001). Dendrograms based on neighbor-joining also supported allelic variation associated with fungicide-exposure. Fungicide sensitivity of isolates measured throughout both experiments did not show consistent trends. For example, eight isolates exposed to boscalid had higher EC50 values at the end of the experiment, and

  12. Effects of Sublethal Fungicides on Mutation Rates and Genomic Variation in Fungal Plant Pathogen, Sclerotinia sclerotiorum.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B Sajeewa Amaradasa

    Full Text Available Pathogen exposure to sublethal doses of fungicides may result in mutations that may represent an important and largely overlooked mechanism of introducing new genetic variation into strictly clonal populations, including acquisition of fungicide resistance. We tested this hypothesis using the clonal plant pathogen, Sclerotinia sclerotiorum. Nine susceptible isolates were exposed independently to five commercial fungicides with different modes of action: boscalid (respiration inhibitor, iprodione (unclear mode of action, thiophanate methyl (inhibition of microtubulin synthesis and azoxystrobin and pyraclostrobin (quinone outside inhibitors. Mycelium of each isolate was inoculated onto a fungicide gradient and sub-cultured from the 50-100% inhibition zone for 12 generations and experiment repeated. Mutational changes were assessed for all isolates at six neutral microsatellite (SSR loci and for a subset of isolates using amplified fragment length polymorphisms (AFLPs. SSR analysis showed 12 of 85 fungicide-exposed isolates had a total of 127 stepwise mutations with 42 insertions and 85 deletions. Most stepwise deletions were in iprodione- and azoxystrobin-exposed isolates (n = 40/85 each. Estimated mutation rates were 1.7 to 60-fold higher for mutated loci compared to that expected under neutral conditions. AFLP genotyping of 33 isolates (16 non-exposed control and 17 fungicide exposed generated 602 polymorphic alleles. Cluster analysis with principal coordinate analysis (PCoA and discriminant analysis of principal components (DAPC identified fungicide-exposed isolates as a distinct group from non-exposed control isolates (PhiPT = 0.15, P = 0.001. Dendrograms based on neighbor-joining also supported allelic variation associated with fungicide-exposure. Fungicide sensitivity of isolates measured throughout both experiments did not show consistent trends. For example, eight isolates exposed to boscalid had higher EC50 values at the end of the

  13. Effects of Sublethal Fungicides on Mutation Rates and Genomic Variation in Fungal Plant Pathogen, Sclerotinia sclerotiorum

    Science.gov (United States)

    Amaradasa, B. Sajeewa

    2016-01-01

    Pathogen exposure to sublethal doses of fungicides may result in mutations that may represent an important and largely overlooked mechanism of introducing new genetic variation into strictly clonal populations, including acquisition of fungicide resistance. We tested this hypothesis using the clonal plant pathogen, Sclerotinia sclerotiorum. Nine susceptible isolates were exposed independently to five commercial fungicides with different modes of action: boscalid (respiration inhibitor), iprodione (unclear mode of action), thiophanate methyl (inhibition of microtubulin synthesis) and azoxystrobin and pyraclostrobin (quinone outside inhibitors). Mycelium of each isolate was inoculated onto a fungicide gradient and sub-cultured from the 50–100% inhibition zone for 12 generations and experiment repeated. Mutational changes were assessed for all isolates at six neutral microsatellite (SSR) loci and for a subset of isolates using amplified fragment length polymorphisms (AFLPs). SSR analysis showed 12 of 85 fungicide-exposed isolates had a total of 127 stepwise mutations with 42 insertions and 85 deletions. Most stepwise deletions were in iprodione- and azoxystrobin-exposed isolates (n = 40/85 each). Estimated mutation rates were 1.7 to 60-fold higher for mutated loci compared to that expected under neutral conditions. AFLP genotyping of 33 isolates (16 non-exposed control and 17 fungicide exposed) generated 602 polymorphic alleles. Cluster analysis with principal coordinate analysis (PCoA) and discriminant analysis of principal components (DAPC) identified fungicide-exposed isolates as a distinct group from non-exposed control isolates (PhiPT = 0.15, P = 0.001). Dendrograms based on neighbor-joining also supported allelic variation associated with fungicide-exposure. Fungicide sensitivity of isolates measured throughout both experiments did not show consistent trends. For example, eight isolates exposed to boscalid had higher EC50 values at the end of the experiment

  14. Analysis of genetic diversity of Sclerotinia sclerotiorum from eggplant by mycelial compatibility, random amplification of polymorphic DNA (RAPD and simple sequence repeat (SSR analyses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fatih Mehmet Tok

    2016-09-01

    Full Text Available The genetic diversity and pathogenicity/virulence among 60 eggplant Sclerotinia sclerotiorum isolates collected from six different geographic regions of Turkey were analysed using mycelial compatibility groupings (MCGs, random amplified polymorphic DNA (RAPD and simple sequence repeat (SSR polymorphism. By MCG tests, the isolates were classified into 22 groups. Out of 22 MCGs, 36% were represented each by a single isolate. The isolates showed great variability for virulence regardless of MCG and geographic origin. Based on the results of RAPD and SSR analyses, 60 S. sclerotiorum isolates representing 22 MCGs were grouped in 2 and 3 distinct clusters, respectively. Analyses using RAPD and SSR markers illustrated that cluster groupings or genetic distance of S. sclerotiorum populations from eggplant were not distinctly relative to the MCG, geographical origin and virulence diversity. The patterns obtained revealed a high heterogeneity of genetic composition and suggested the occurrence of clonal and sexual reproduction of S. sclerotiorum on eggplant in the areas surveyed.

  15. Fungitoxicidade, atividade elicitora de fitoalexinas e proteção de alface em sistema de cultivo orgânico contra Sclerotinia sclerotiorum pelo extrato de gengibre Fungitoxicity, phytoalexins elicitor activity and protection of grown against Sclerotinia sclerotiorum by ginger extract

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edvirgem Rodrigues

    2007-06-01

    Full Text Available O patógeno Sclerotinia sclerotiorum é um fungo que sobrevive no solo e causa a doença conhecida como mofo branco ou podridão de esclerotínia na cultura da alface (Lactuca sativa e outras culturas. A doença é considerada de difícil controle, uma vez que o fungo é muito agressivo e produzem estruturas de resistência, os escleródios. Na busca de novos métodos de controle de doenças, os extratos de plantas com propriedades terapêuticas surgem como opção. Neste trabalho avaliou-se o efeito do extrato bruto aquoso (EBA de gengibre (Zingiber officinalis nas concentrações de 1, 5, 10, 15, 20 e 25% sobre o crescimento micelial e produção de escleródios de S. sclerotiorum, in vitro. Também foi verificada a eficiência do gengibre na proteção de plantas de alface cultivadas organicamente e inoculadas com o patógeno. Além da incidência da doença, foi analisado o rendimento da cultura e a atividade de peroxidase nos tecidos da planta. Água e o indutor de resistência acibenzolar-S-metil foram utilizados como tratamentos controle. Adicionalmente, a capacidade elicitora do EBA de gengibre em proporcionar o acúmulo das fitoalexinas deoxiantocianidina e gliceolina foi avaliada em bioensaios com sorgo e soja, respectivamente. Os resultados indicaram a atividade antimicrobiana dos EBA de gengibre, com inibição do crescimento micelial e da produção de escleródios. Na cultura da alface, verificou-se que a aplicação de massa de gengibre na base da planta aumentou a atividade da enzima peroxidase e reduziu a incidência da doença. A presença de compostos elicitores no EBA de gengibre foi observada pela indução da produção de fitoalexinas em sorgo e soja, que ocorreu de maneira dose-dependente. Estes resultados indicam o potencial de Z. officinalis para o controle de S. sclerotiorum em alface, o qual pode ocorrer tanto por atividade antimicrobiana direta quanto pela ativação de mecanismos de defesa das plantas.Sclerotinia

  16. Rhizosphere competent Mesorhizobiumloti MP6 induces root hair curling, inhibits Sclerotinia sclerotiorum and enhances growth of Indian mustard (Brassica campestris Mesorhizobium loti MP6 rizosférico competente induz encurvamento do pelo daraiz, inibe Sclerotinia sclerotiorum e estimula o crescimento de mostarda indiana (Brassica campestris

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shikha Chandra

    2007-03-01

    Full Text Available The bacterial strain Mesorhizobium loti MP6, isolated from root nodules of Mimosa pudica induced growth and yield of Brassica campestris. The isolate MP6 secreted hydroxamate type siderophore in Chrom-Azurol Siderophore (CAS agar medium. Production of hydrocyanic acid (HCN, indole acetic acid (IAA and phosphate solubilizing ability was also recorded under normal growth conditions. Root hair curling was observed through simple glass-slide technique. In vitro study showed a significant increase in population of M. loti MP6 in rhizosphere due to root exudates of B. campestris. In dual culture technique the strain showed a strong antagonistic effect against Sclerotinia sclerotiorum, a white rot pathogen of Brassica campestris. The growth of S. sclerotiorum was inhibited by 75% after prolonged incubation. Efficient root colonization of mustard seedlings was confirmed by using a streptomycin-resistant marker M. loti MP6strep+. The M. loti MP6 coated seeds proved enhanced seed germination, early vegetative growth and grain yield as compared to control. Also, a drastic decline (99% in the incidence of white rot was observed due to application of M. loti MP6.A cepa bacteriana Mesorhizobium loti MP6 isolada de nódulos de raiz de Mimosa pudica induziu o crescimento e o rendimento de Brassica campestris. A cepa MP6 secretou sideróforo do tipo hidroxamato em meio sólido Chrom-Azurol Siderophore (CAS. Em condições normais de crescimento, a cepa foi também capaz de produzir de ácido cianídrico (HCN e acido indolacético (AIA e solubilizar fosfato. O encurvamento do pelo da raiz foi observado usando a simples técnica de lâmina e lamínula. Estudos in vitro mostraram um aumento significativo na população de M. loti MP6 na rizosfera devido aos exsudatos de B. campestris. Empregando-se técnica de co-cultura, a cepa mostrou um grande efeito antagônico contra o fungo Sclerotinia sclerotiorum, o patógeno da podridão branca de Brassica campestris. Ap

  17. Overexpression of Three Glucosinolate Biosynthesis Genes in Brassica napus Identifies Enhanced Resistance to Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yuanyuan Zhang

    Full Text Available Sclerotinia sclerotiorum and Botrytis cinerea are notorious plant pathogenic fungi with an extensive host range including Brassica crops. Glucosinolates (GSLs are an important group of secondary metabolites characteristic of the Brassicales order, whose degradation products are proving to be increasingly important in plant protection. Enhancing the defense effect of GSL and their associated degradation products is an attractive strategy to strengthen the resistance of plants by transgenic approaches. We generated the lines of Brassica napus with three biosynthesis genes involved in GSL metabolic pathway (BnMAM1, BnCYP83A1 and BnUGT74B1, respectively. We then measured the foliar GSLs of each transgenic lines and inoculated them with S. sclerotiorum and B. cinerea. Compared with the wild type control, over-expressing BnUGT74B1 in B. napus increased the aliphatic and indolic GSL levels by 1.7 and 1.5 folds in leaves respectively; while over-expressing BnMAM1 or BnCYP83A1 resulted in an approximate 1.5-fold higher only in the aliphatic GSL level in leaves. The results of plant inoculation demonstrated that BnUGT74B1-overexpressing lines showed less severe disease symptoms and tissue damage compared with the wild type control, but BnMAM1 or BnCYP83A1-overexpressing lines showed no significant difference in comparison to the controls. These results suggest that the resistance to S. sclerotiorum and B. cinerea in B. napus could be enhanced through tailoring the GSL profiles by transgenic approaches or molecular breeding, which provides useful information to assist plant breeders to design improved breeding strategies.

  18. Pre-treatment of soybean plants with calcium stimulates ROS responses and mitigates infection by Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Arfaoui, Arbia; El Hadrami, Abdelbasset; Daayf, Fouad

    2018-01-01

    Considering the high incidence of white mold caused by Sclerotinia sclerotiorum in a variety of field crops and vegetables, different control strategies are needed to keep the disease under economical threshold. This study assessed the effect of foliar application of a calcium formulation on disease symptoms, oxalic acid production, and on the oxidative stress metabolism in soybean plants inoculated with each of two isolates of the pathogen that have contrasting aggressiveness (HA, highly-aggressive versus WA, weakly-aggressive). Changes in reactive oxygen species (ROS) levels in soybean plants inoculated with S. sclerotiorum isolates were assessed at 6, 24, 48 and 72 h post inoculation (hpi). Generation of ROS including hydrogen peroxide (H 2 O 2 ), anion superoxide (O 2 - ) and hydroxyl radical (OH) was evaluated. Inoculation with the WA isolate resulted in more ROS accumulation compared to the HA isolate. Pre-treatment with the calcium formulation restored ROS production in plants inoculated with the HA isolate. We also noted a marked decrease in oxalic acid content in the leaves inoculated with the HA isolate in presence of calcium, which coincided with an increase in plant ROS production. The expression patterns of genes involved in ROS detoxification in response to the calcium treatments and/or inoculation with S. Sclerotiorum isolates were monitored by RT-qPCR. All of the tested genes showed a higher expression in response to inoculation with the WA isolate. The expression of most genes tested peaked at 6 hpi, which preceded ROS accumulation in the soybean leaves. Overall, these data suggest that foliar application of calcium contributes to a decrease in oxalic acid production and disease, arguably via modulation of the ROS metabolism. Copyright © 2017 Elsevier Masson SAS. All rights reserved.

  19. Tipping the balance: Sclerotinia sclerotiorum secreted oxalic acid suppresses host defenses by manipulating the host redox environment.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brett Williams

    2011-06-01

    Full Text Available Sclerotinia sclerotiorum is a necrotrophic ascomycete fungus with an extremely broad host range. This pathogen produces the non-specific phytotoxin and key pathogenicity factor, oxalic acid (OA. Our recent work indicated that this fungus and more specifically OA, can induce apoptotic-like programmed cell death (PCD in plant hosts, this induction of PCD and disease requires generation of reactive oxygen species (ROS in the host, a process triggered by fungal secreted OA. Conversely, during the initial stages of infection, OA also dampens the plant oxidative burst, an early host response generally associated with plant defense. This scenario presents a challenge regarding the mechanistic details of OA function; as OA both suppresses and induces host ROS during the compatible interaction. In the present study we generated transgenic plants expressing a redox-regulated GFP reporter. Results show that initially, Sclerotinia (via OA generates a reducing environment in host cells that suppress host defense responses including the oxidative burst and callose deposition, akin to compatible biotrophic pathogens. Once infection is established however, this necrotroph induces the generation of plant ROS leading to PCD of host tissue, the result of which is of direct benefit to the pathogen. In contrast, a non-pathogenic OA-deficient mutant failed to alter host redox status. The mutant produced hypersensitive response-like features following host inoculation, including ROS induction, callose formation, restricted growth and cell death. These results indicate active recognition of the mutant and further point to suppression of defenses by the wild type necrotrophic fungus. Chemical reduction of host cells with dithiothreitol (DTT or potassium oxalate (KOA restored the ability of this mutant to cause disease. Thus, Sclerotinia uses a novel strategy involving regulation of host redox status to establish infection. These results address a long-standing issue

  20. Soybean production and carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum under different cover cropsProdução de soja e germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum sob diferentes coberturas de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Reis Venturoso

    2013-05-01

    Full Text Available The aim of this work was to evaluate the influence of different soil cover crops on the carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum and the development and yield of soybean. The treatments consisted of mulches of brachiaria, canola, safflower, crambe, sunflower and forage radish mulch, and a control with no cover mulch. The crops were sown in pots containing 4.4 dm³ of soil type Rhodic Acrustox. After 45 days the plant material was cut into pieces in order to standardize the amount of straw to 2800 kg ha-1. Soybean seeds were sown and seven days after seedling emergence two sclerotia were allocated in each pot. With regard to carpogenic germination, we analyzed the time to germination of sclerotia and formation of apothecia, number of stipes and apothecia per sclerotia and the percentage apothecia formed. In the soybean crop was determined plant height at flowering and harvest, relative chlorophyll index, dry matter mass and root, number of pods per plant, number of seeds per pod, grain yield, number of nodules per plant and dry mass of nodules. With the exception of safflower mulch, the use of cover crops reduced the formation of stipes and apothecia of S. sclerotiorum. The covers with brachiaria, sunflower and forage radish mulch increased by 16, 10 and 6 days respectively the overall period of apothecium formation, but only brachiaria reduced the percentage of apothecia formed. The sunflower mulch hindered soybean development and yield. O trabalho teve por objetivo avaliar a influência de diferentes coberturas vegetais de solo sobre a germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum e sobre o desenvolvimento e rendimento da cultura da soja. Os tratamentos constaram da palhada de braquiária, canola, cártamo, crambe, girassol e nabo forrageiro, mais um controle sem cobertura. As culturas de cobertura foram semeadas em vasos contendo 4,4 dm³ de solo do tipo Latossolo Vermelho Distroférrico. Após 45 dias o material vegetal foi

  1. Detecting the Hormonal Pathways in Oilseed Rape behind Induced Systemic Resistance by Trichoderma harzianum TH12 to Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Alkooranee, Jawadayn Talib; Aledan, Tamarah Raad; Ali, Ali Kadhim; Lu, Guangyuan; Zhang, Xuekun; Wu, Jiangsheng; Fu, Chunhua; Li, Maoteng

    2017-01-01

    Plants have the ability to resist pathogen attack after infection or treatment with biotic and abiotic elicitors. In oilseed rape plant Brassica napus AACC and in the artificially synthesized Raphanus alboglabra RRCC, the root-colonizing Trichoderma harzianum TH12 fungus triggers induced systemic resistance (ISR), and its culture filtrate (CF) triggers a systemic acquired resistance (SAR) response against infection by the Sclerotinia sclerotiorum. Salicylic acid (SA) and jasmonic acid/ethylene (JA/ET) are plant hormone signals that play important roles in the regulation of ISR and SAR. In this study, at six different time points (1, 2, 4, 6, 8 and 10 days post-infection [dpi]), six resistance genes were used as markers of signaling pathways: JA/ET signaling used AOC3, PDF1.2 and ERF2 genes, while PR-1, TGA5 and TGA6 genes were used as markers of SA signaling. The results of quantitative real-time polymerase chain reaction (qRT-PCR) showed that AOC3, PDF1.2 and ERF2 expression levels in infected leaves of AACC and RRCC increase at 1 and 2 dpi with S. sclerotiorum or inoculation with TH12. PR-1, TGA5 and TGA6 expression levels increased at 8 and 10 dpi in infected leaves. PR-1, TGA5 and TGA6 expression levels increased early in plants treated with CF in both of the healthy genotypes. Furthermore, induction of SA- and JA/ET-dependent defense decreased disease symptoms in infected leaves at different times. The results suggest that the RRCC genotype exhibits resistance to disease and that the ability of TH12 and its CF to induce systemic resistance in susceptible and resistant oilseed rape genotypes exists. In addition, the results indicate for the first time that in RRCC the SA signaling pathway is involved in resistance to necrotrophic pathogens.

  2. Genetic Diversity Studies Based on Morphological Variability, Pathogenicity and Molecular Phylogeny of the Sclerotinia sclerotiorum Population From Indian Mustard (Brassica juncea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pankaj Sharma

    2018-06-01

    Full Text Available White mold or stem rot disease are ubiquitously distributed throughout the world and the causal organism of this disease Sclerotinia sclerotiorum (Lib. de Bary, is known to infect over 400 plant species. Sclerotinia stem rot is one of the most devastating fungal diseases and poses a serious threat to the worldwide cultivation of oilseed Brassica including India. S. sclerotiorum pathogen usually infects the stem but in severe cases leaves and pods also affected at different developmental stages that deteriorate not only the oil quality but also causing the seed and oil yield losses up to 90% depending on the severity of the disease infestation. This study investigated the morphological and molecular characterization of pathogenic S. sclerotiorum (Lib de Bary geographical isolates from oilseed Brassica including Brassica juncea (Indian mustard. The aim of this study was to compare isolates of S. sclerotiorum originated from different agro-climatic conditions and to analyse similarity or differences between them as well as to examine the virulence of this pathogen specifically in Brassica for the first time. The collection of S. sclerotiorum isolates from symptomatic Brassica plants was done and analyzed for morphological features, and molecular characterization. The virulence evaluation test of 65 isolates on four Brassica cultivars has shown 5 of them were highly virulent, 46 were virulent and 14 were moderately virulent. Phylogenetic analysis encompassing all the morphological features, SSR polymorphism, and ITS sequencing has shown the existence of high genetic diversity among the isolates that categorized all the isolates in three evolutionary lineages in the derived dendrogram. Further, genetic variability analysis based on sequences variation in ITS region of all the isolates has shown the existence of either insertions or deletions of the nucleotides in the ITS region has led to the interspecies variability and observed the variation were

  3. Defense to Sclerotinia sclerotiorum in oilseed rape is associated with the sequential activations of salicylic acid signaling and jasmonic acid signaling.

    Science.gov (United States)

    Wang, Zheng; Tan, Xiaoli; Zhang, Zhiyan; Gu, Shoulai; Li, Guanying; Shi, Haifeng

    2012-03-01

    Signaling pathways mediated by salicylic acid (SA) and jasmonic acid (JA) are widely studied in various host-pathogen interactions. For oilseed rape (Brassica napus)-Sclerotinia sclerotiorum interaction, little information of the two signaling molecules has been described in detail. In this study, we showed that the level of SA and JA in B. napus leaves was increased with a distinct temporal profile, respectively, after S. sclerotiorum infection. The application of SA or methyl jasmonate enhanced the resistance to the pathogen. Furthermore, a set of SA and JA signaling marker genes were identified from B. napus and were used to monitor the signaling responses to S. sclerotiorum infection by examining the temporal expression profiles of these marker genes. The SA signaling was activated within 12h post inoculation (hpi) followed by the JA signaling which was activated around 24 hpi. In addition, SA-JA crosstalk genes were activated during this process. These results suggested that defense against S. sclerotiorum in oilseed rape is associated with a sequential activation of SA signaling and JA signaling, which provide important clues for designing strategies to curb diseases caused by S. sclerotioru. Copyright © 2011 Elsevier Ireland Ltd. All rights reserved.

  4. Molecular characterization of a bipartite double-stranded RNA virus and its satellite-like RNA co-infecting the phytopathogenic fungus Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lijiang eLiu

    2015-05-01

    Full Text Available A variety of mycoviruses have been found in Sclerotinia sclerotiorum. In this study, we report a novel mycovirus Sclerotinia sclerotiorum botybirnavirus 1 (SsBRV1 that was originally isolated from the hypovirulent strain SCH941 of S. sclerotiorum. SsBRV1 has rigid spherical virions that are ~38 nm in diameter, and three dsRNA segments (dsRNA1, 2 and 3 with lengths of 6.4, 6.0 and 1.7 kbp, respectively were packaged in the virions. dsRNA1 encodes a cap-pol fusion protein, and dsRNA2 encodes a polyprotein with unknown functions but contributes to the formation of virus particles. The dsRNA3 is dispensable and may be a satellite-like RNA (SatlRNA of SsBRV1. Although phylogenetic analysis of the RdRp domain demonstrated that SsBRV1 is related to Botrytis porri RNA virus 1 (BpRV1 and Ustilago maydis dsRNA virus-H1 (UmV-H1, the structure proteins of SsBRV1 do not have any significant sequence similarities with other known viral proteins with the exception of those of BpRV1. SsBRV1 carrying dsRNA3 seems to have no obvious effects on the colony morphology, but can significantly reduce the growth rate and virulence of S. sclerotiorum. Notably, a growth hormone receptor binding domain (GHBP, Pfam12772 is detected in ORF2-encoded protein of SsBRV1, which have not been reported in any other viruses. These findings provide new insights into the virus taxonomy, virus evolution and the interactions between SsBRV1 and the fungal hosts.

  5. Plant hormones in defense response of Brassica napus to Sclerotinia sclerotiorum - reassessing the role of salicylic acid in the interaction with a necrotroph.

    Science.gov (United States)

    Nováková, Miroslava; Sašek, Vladimír; Dobrev, Petre I; Valentová, Olga; Burketová, Lenka

    2014-07-01

    According to general model, jasmonic acid (JA) and ethylene (ET) signaling pathways are induced in Arabidopsis after an attack of necrotroph, Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary. However, abscisic acid (ABA) and salicylic acid (SA) also seem to play a role. While signaling events in Arabidopsis have been intensively studied recently, information for the natural host Brassica napus is limited. In this study, multiple plant hormone quantification and expression analysis of marker genes of the signaling pathways was used to gain a complete view of the interaction of B. napus with S. sclerotiorum. Strong response of ET biosynthetic gene ACS2 was observed, accompanied by increases of SA and JA levels that correspond to the elevated expression of marker genes PR1 and LOX3. Interestingly, the level of ABA and the expression of its marker gene RD26 were also elevated. Furthermore, induction of the SA-dependent defense decreased disease symptoms. In addition, SA signaling is suggested as a possible target for manipulation by S. sclerotiorum. A gene for putative chorismate mutase SS1G_14320 was identified that is highly expressed during infection but not in vitro. Our results bring the evidence of SA involvement in the interaction of plant with the necrotroph that conflict with the current model. Copyright © 2014 Elsevier Masson SAS. All rights reserved.

  6. Components of a Rice-Oilseed Rape Production System Augmented with Trichoderma sp. Tri-1 Control Sclerotinia sclerotiorum on Oilseed Rape.

    Science.gov (United States)

    Hu, Xiaojia; Roberts, Daniel P; Xie, Lihua; Maul, Jude E; Yu, Changbing; Li, Yinshui; Zhang, Yinbo; Qin, Lu; Liao, Xing

    2015-10-01

    Sclerotinia sclerotiorum causes serious yield losses on many crops throughout the world. A multicomponent treatment that consisted of the residual rice straw remaining after rice harvest and Trichoderma sp. Tri-1 (Tri-1) formulated with the oilseed rape seedcake fertilizer was used in field soil infested with S. sclerotiorum. This treatment resulted in oilseed rape seed yield that was significantly greater than the nontreated control or when the fungicide carbendizem was used in the presence of this pathogen in field trials. Yield data suggested that the rice straw, oilseed rape seedcake, and Tri-1 components of this treatment all contributed incrementally. Similar treatment results were obtained regarding reduction in disease incidence. Slight improvements in yield and disease incidence were detected when this multicomponent treatment was combined with a fungicide spray. Inhibition of sclerotial germination by this multicomponent treatment trended greater than the nontreated control at 90, 120, and 150 days in field studies but was not significantly different from this control. This multicomponent treatment resulted in increased yield relative to the nontreated control in the absence of pathogen in a greenhouse pot study, while the straw alone and the straw plus oilseed rape seedcake treatments did not; suggesting that Tri-1 was capable of promoting growth. Experiments reported here indicate that a treatment containing components of a rice-oilseed rape production system augmented with Tri-1 can control S. sclerotiorum on oilseed rape, be used in integrated strategies containing fungicide sprays for control of this pathogen, and promote plant growth.

  7. The Sclerotinia sclerotiorum Mating Type Locus (MAT) Contains a 3.6-kb Region That Is Inverted in Every Meiotic Generation

    Science.gov (United States)

    Maruthachalam, Karunakaran; Wu, Bo-Ming; Subbarao, Krishna V.

    2013-01-01

    Sclerotinia sclerotiorum is a fungal plant pathogen and the causal agent of lettuce drop, an economically important disease of California lettuce. The structure of the S. sclerotiorum mating type locus MAT has previously been reported and consists of two idiomorphs that are fused end-to-end as in other homothallics. We investigated the diversity of S. sclerotiorum MAT using a total of 283 isolates from multiple hosts and locations, and identified a novel MAT allele that differed by a 3.6-kb inversion and was designated Inv+, as opposed to the previously known S. sclerotiorum MAT that lacked the inversion and was Inv-. The inversion affected three of the four MAT genes: MAT1-2-1 and MAT1-2-4 were inverted and MAT1-1-1 was truncated at the 3’-end. Expression of MAT genes differed between Inv+ and Inv- isolates. In Inv+ isolates, only one of the three MAT1-2-1 transcript variants of Inv- isolates was detected, and the alpha1 domain of Inv+ MAT1-1-1 transcripts was truncated. Both Inv- and Inv+ isolates were self-fertile, and the inversion segregated in a 1∶1 ratio regardless of whether the parent was Inv- or Inv+. This suggested the involvement of a highly regulated process in maintaining equal proportions of Inv- and Inv+, likely associated with the sexual state. The MAT inversion region, defined as the 3.6-kb MAT inversion in Inv+ isolates and the homologous region of Inv- isolates, was flanked by a 250-bp inverted repeat on either side. The 250-bp inverted repeat was a partial MAT1-1-1 that through mediation of loop formation and crossing over, may be involved in the inversion process. Inv+ isolates were widespread, and in California and Nebraska constituted half of the isolates examined. We speculate that a similar inversion region may be involved in mating type switching in the filamentous ascomycetes Chromocrea spinulosa, Sclerotinia trifoliorum and in certain Ceratocystis species. PMID:23457637

  8. Caracterización de los mecanismos de defensa a sclerotinia sclerotiorum, agente causal de la podredumbre del estudio de perfiles metabólicos y transcripcionales

    OpenAIRE

    Peluffo, Lucila

    2010-01-01

    En Argentina, la podredumbre húmeda del capítulo, causada por el patógeno necrotrófico Sclerotinia sclerotiorum, es una enfermedad que provoca serias mermas en la producción y tiene una incidencia anual promedio sobre la producción de la pampa húmeda del 10-20%. Los síntomas de la enfermedad se manifiestan al final de la etapa de floración o durante el llenado de granos por lesiones en el receptáculo que pueden extenderse y afectar todo el capítulo, produciendo la caída del mismo. En estados ...

  9. Development of a novel Sinapis arvensis disomic addition line in Brassica napus containing the restorer gene for Nsa CMS and improved resistance to Sclerotinia sclerotiorum and pod shattering.

    Science.gov (United States)

    Wei, Wenhui; Li, Yunchang; Wang, Lijun; Liu, Shengyi; Yan, Xiaohong; Mei, Desheng; Li, Yinde; Xu, Yusong; Peng, Pengfei; Hu, Qiong

    2010-04-01

    An allo-cytoplasmic male sterile line, which was developed through somatic hybridization between Brassica napus and Sinapis arvensis (thus designated as Nsa CMS line), possesses high potential for hybrid production of rapeseed. In order to select for restorer lines, fertile plants derived from the same somatic hybridization combination were self-pollinated and testcrossed with the parental Nsa CMS line for six generations. A novel disomic alien addition line, B. napus-S. arvensis, has been successfully developed. GISH analysis showed that it contains one pair of chromosomes from S. arvensis and 19 pairs from B. napus, and retains stable and regular mitotic and meiotic processes. The addition line displays very strong restoration ability to Nsa CMS line, high resistance to Sclerotinia sclerotiorum and a low incidence of pod shattering. Because the addition line shares these very important agricultural characters, it is a valuable restorer to Nsa CMS line, and is named NR1 here (Nsa restorer no. 1).

  10. A Model for Sclerotinia sclerotiorum Infection and Disease Development in Lettuce, Based on the Effects of Temperature, Relative Humidity and Ascospore Density

    Science.gov (United States)

    Clarkson, John P.; Fawcett, Laura; Anthony, Steven G.; Young, Caroline

    2014-01-01

    The plant pathogen Sclerotinia sclerotiorum can cause serious losses on lettuce crops worldwide and as for most other susceptible crops, control relies on the application of fungicides, which target airborne ascospores. However, the efficacy of this approach depends on accurate timing of these sprays, which could be improved by an understanding of the environmental conditions that are conducive to infection. A mathematical model for S. sclerotiorum infection and disease development on lettuce is presented here for the first time, based on quantifying the effects of temperature, relative humidity (RH) and ascospore density in multiple controlled environment experiments. It was observed that disease can develop on lettuce plants inoculated with dry ascospores in the absence of apparent leaf wetness (required for spore germination). To explain this, the model conceptualises an infection court area containing microsites (in leaf axils and close to the stem base) where conditions are conducive to infection, the size of which is modified by ambient RH. The model indicated that minimum, maximum and optimum temperatures for ascospore germination were 0.0, 29.9 and 21.7°C respectively and that maximum rates of disease development occurred at spore densities >87 spores cm−2. Disease development was much more rapid at 80–100% RH at 20°C, compared to 50–70% RH and resulted in a greater proportion of lettuce plants infected. Disease development was also more rapid at 15–27°C compared to 5–10°C (85% RH). The model was validated by a further series of independent controlled environment experiments where both RH and temperature were varied and generally simulated the pattern of disease development well. The implications of the results in terms of Sclerotinia disease forecasting are discussed. PMID:24736409

  11. Efeito da freqüência de rega e da umidade do solo sobre a germinação carpogênica de sclerotinia sclerotiorum Effect of watering frequency and soil moisture status on carpogenic germination of Sclerotina sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Napoleão

    2007-03-01

    Full Text Available Os efeitos da freqüência de rega e da umidade do solo na germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum foram estudados em condições ambientais controladas. Solo e escleródios foram acondicionados em caixas tipo gerbox e umedecidos uma, duas, três e cinco vezes por semana até os níveis de 75 e 100% da saturação. O solo regado uma vez por semana até 75% da saturação não permitiu a germinação dos escleródios, enquanto o solo molhado até 100% da saturação permitiu a germinação de até 70% dos escleródios, assim como um grande número de apotécios. Regas mais freqüentes, nos dois níveis de umidade do solo, aumentaram a germinação de escleródios e a produção de apotécios. Tão importante quanto a umidade do solo foi o intervalo entre regas, pois regas mais freqüentes, mesmo com volumes menores de água, favoreceram a maior germinação carpogênica do patógeno.The effects of watering frequency and soil moisture status on the carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum were studied under controlled environmental conditions. Soil and sclerotia were placed in gerbox and periodically watered up to 75 and 100% of saturation, one, two, three and five times a week. There was no sclerotium germination when the soil was watered up to 75% of saturation once a week. On the other hand, soils saturated frequently allowed higher percentage of sclerotia germination, until 70%, as well as higher numbers of apothecia. Independently of the soil water content, germination of sclerotia and production of apothecia increased with watering frequency. Important factors on the carpogenic germination of S. sclerotiorum were the soil moisture and the watering frequency. Frequent watering, even with low water volumes applied, also increased the carpogenic germination.

  12. Comparative proteomic analysis in pea treated with microbial consortia of beneficial microbes reveals changes in the protein network to enhance resistance against Sclerotinia sclerotiorum.

    Science.gov (United States)

    Jain, Akansha; Singh, Akanksha; Singh, Surendra; Singh, Vinay; Singh, Harikesh Bahadur

    2015-06-15

    Microbial consortia may provide protection against pathogenic ingress via enhancing plant defense responses. Pseudomonas aeruginosa PJHU15, Trichoderma harzianum TNHU27 and Bacillus subtilis BHHU100 were used either singly or in consortia in the pea rhizosphere to observe proteome level changes upon Sclerotinia sclerotiorum challenge. Thirty proteins were found to increase or decrease differentially in 2-DE gels of pea leaves, out of which 25 were identified by MALDI-TOF MS or MS/MS. These proteins were classified into several functional categories including photosynthesis, respiration, phenylpropanoid metabolism, protein synthesis, stress regulation, carbohydrate and nitrogen metabolism and disease/defense-related processes. The respective homologue of each protein identified was trapped in Pisum sativum and a phylogenetic tree was constructed to check the ancestry. The proteomic view of the defense response to S. sclerotiorum in pea, in the presence of beneficial microbes, highlights the enhanced protection that can be provided by these microbes in challenged plants. Copyright © 2015 Elsevier GmbH. All rights reserved.

  13. Characterization of mechanisms underlying degradation of sclerotia of Sclerotinia sclerotiorum by Aspergillus aculeatus Asp-4 using a combined qRT-PCR and proteomic approach.

    Science.gov (United States)

    Hu, Xiaojia; Qin, Lu; Roberts, Daniel P; Lakshman, Dilip K; Gong, Yangmin; Maul, Jude E; Xie, Lihua; Yu, Changbing; Li, Yinshui; Hu, Lei; Liao, Xiangsheng; Liao, Xing

    2017-08-31

    The biological control agent Aspergillus aculeatus Asp-4 colonizes and degrades sclerotia of Sclerotinia sclerotiorum resulting in reduced germination and disease caused by this important plant pathogen. Molecular mechanisms of mycoparasites underlying colonization, degradation, and reduction of germination of sclerotia of this and other important plant pathogens remain poorly understood. An RNA-Seq screen of Asp-4 growing on autoclaved, ground sclerotia of S. sclerotiorum for 48 h identified 997 up-regulated and 777 down-regulated genes relative to this mycoparasite growing on potato dextrose agar (PDA) for 48 h. qRT-PCR time course experiments characterized expression dynamics of select genes encoding enzymes functioning in degradation of sclerotial components and management of environmental conditions, including environmental stress. This analysis suggested co-temporal up-regulation of genes functioning in these two processes. Proteomic analysis of Asp-4 growing on this sclerotial material for 48 h identified 26 up-regulated and 6 down-regulated proteins relative to the PDA control. Certain proteins with increased abundance had putative functions in degradation of polymeric components of sclerotia and the mitigation of environmental stress. Our results suggest co-temporal up-regulation of genes involved in degradation of sclerotial compounds and mitigation of environmental stress. This study furthers the analysis of mycoparasitism of sclerotial pathogens by providing the basis for molecular characterization of a previously uncharacterized mycoparasite-sclerotial interaction.

  14. Viabilidade de armazenamento de sementes de soja inoculadas com Sclerotinia sclerotiorum em meio com restrição hídrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grazieli Frotas dos Reis

    2014-06-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar o efeito da restrição hídrica, em meio de cultura agarizado, sobre a germinação de sementes de soja inoculadas com Sclerotinia sclerotiorum nos potenciais osmóticos de 0, -0,3, -0,6 e -0,9 MPa promovido pelo uso dos solutos manitol, MgCl e NaCl, em diferentes tempos de exposição das sementes ao patógeno (6, 12, 18, 24 e 30 horas e a possibilidade de armazenamento das sementes inoculadas. Avaliaram-se o crescimento micelial de S. sclerotiorum nos meios modificados osmoticamente, a germinação das sementes submetidas à inoculação e, após o armazenamento das sementes inoculadas, a emergência em solo e transmissão do patógeno. Pelos resultados obtidos a adição de manitol ao meio de cultura BDA, nos potenciais osmóticos -0,3, -0,6 e -0,9 MPa, e de NaCl, -0,3 e -0,6 MPa, não restringe o crescimento micelial de S. sclerotiorum; os solutos utilizados até o potencial osmótico -0,9 MPa não interferiram na germinação de sementes de soja. Níveis de infecção satisfatórios foram obtidos com 24 horas de incubação em meio de cultura com restrição hídrica. Tanto a viabilidade das sementes como a do patógeno são mantidas após o armazenamento das sementes inoculadas em meio com restrição hídrica.

  15. Germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum sob diferentes resíduos e extratos de plantas cultivadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francimar Perez Matheus da Silva

    2011-09-01

    Full Text Available Os efeitos de resíduos de plantas cultivadas e seus extratos sobre Sclerotinia sclerotiorum são poucos conhecidos. Três experimentos foram conduzidos, com resíduos de plantas cultivadas e seus extratos etanólicos e suas partições. Resíduos e extratos de culturas de aveia, ervilhaca, feijão, milheto, milho e trigo foram avaliados em condições controladas. Escleródios cobertos com resíduos de aveia, ervilhaca, feijão e milheto não germinaram carpogenicamente. Extratos etanólicos de resíduos de aveia e ervilhaca mostraram-se eficientes na inibição da germinação carpogênica, enquanto que do milheto e do trigo não diferiram da testemunha. Todas as partições de extratos etanólicos avaliadas reduziram a germinação carpogênica. Resíduos vegetais afetaram negativamente o número de apotécios emitidos por escleródio.

  16. Identification of mycoparasitism-related genes against the phytopathogen Sclerotinia sclerotiorum through transcriptome and expression profile analysis in Trichoderma harzianum.

    Science.gov (United States)

    Steindorff, Andrei Stecca; Ramada, Marcelo Henrique Soller; Coelho, Alexandre Siqueira Guedes; Miller, Robert Neil Gerard; Pappas, Georgios Joannis; Ulhoa, Cirano José; Noronha, Eliane Ferreira

    2014-03-18

    The species of T. harzianum are well known for their biocontrol activity against plant pathogens. However, few studies have been conducted to further our understanding of its role as a biological control agent against S. sclerotiorum, a pathogen involved in several crop diseases around the world. In this study, we have used RNA-seq and quantitative real-time PCR (RT-qPCR) techniques in order to explore changes in T. harzianum gene expression during growth on cell wall of S. sclerotiorum (SSCW) or glucose. RT-qPCR was also used to examine genes potentially involved in biocontrol, during confrontation between T. harzianum and S. sclerotiorum. Data obtained from six RNA-seq libraries were aligned onto the T. harzianum CBS 226.95 reference genome and compared after annotation using the Blast2GO suite. A total of 297 differentially expressed genes were found in mycelia grown for 12, 24 and 36 h under the two different conditions: supplemented with glucose or SSCW. Functional annotation of these genes identified diverse biological processes and molecular functions required during T. harzianum growth on SSCW or glucose. We identified various genes of biotechnological value encoding proteins with functions such as transporters, hydrolytic activity, adherence, appressorium development and pathogenesis. To validate the expression profile, RT-qPCR was performed using 20 randomly chosen genes. RT-qPCR expression profiles were in complete agreement with the RNA-Seq data for 17 of the genes evaluated. The other three showed differences at one or two growth times. During the confrontation assay, some genes were up-regulated during and after contact, as shown in the presence of SSCW which is commonly used as a model to mimic this interaction. The present study is the first initiative to use RNA-seq for identification of differentially expressed genes in T. harzianum strain TR274, in response to the phytopathogenic fungus S. sclerotiorum. It provides insights into the mechanisms of

  17. Redução do inóculo inicial de Sclerotinia sclerotiorum em soja cultivada após uso do sistema Santa Fé Reduction of Sclerotinia sclerotiorum initial inoculum in soybean grown after the use of the Santa Fé system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Adriana Görgen

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a efetividade do sistema Santa Fé na redução do inóculo inicial de Sclerotinia sclerotiorum, agente causal do mofo-branco em soja. O experimento foi realizado em Jataí, GO, nas safras de 2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010, em lavoura comercial infestada naturalmente pelo patógeno. Foram feitas avaliações quanto ao número de escleródios germinados na superfície do solo, e quanto ao número de apotécios e estipes do patógeno. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo fatorial (2x4, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram do sistema Santa Fé (milho + Urochloa ruziziensis e do milho solteiro implantados na safrinha, em março de 2008 e 2009. Além disso, estudaram-se também quatro diferentes épocas de avaliação da germinação dos escleródios e produção de apotécios e estipes. Verificou-se que o sistema Santa Fé aumentou a proporção de escleródios menores que 2 mm, considerados de menor infectividade, e favoreceu a redução do inóculo inicial por meio da germinação de escleródios e formação de apotécios na entressafra, o que reduziu o número de escleródios germinados e o número de apotécios em pleno florescimento durante os cultivos da soja. O sistema Santa Fé pode reduzir o inóculo inicial de S. sclerotiorum, e pode ser utilizado no manejo do mofo-branco da soja.The objective of this work was to evaluate the effectiveness of Santa Fé system on reduction of the initial inoculum of Sclerotinia sclerotiorum, the causal agent of white mold in soybean. The experiment was carried out in Jataí, GO, Brazil, during 2007/2008, 2008/2009 and 2009/2010 growing seasons, in a commercial field naturally infested with the pathogen. Evaluations were done for number of sclerodia germinated on the soil surface, and for the pathogen number of apothecia and stipes. The experimental design was a randomized block, in a 2x4 factorial arrangement with four

  18. A cerato-platanin protein SsCP1 targets plant PR1 and contributes to virulence of Sclerotinia sclerotiorum

    DEFF Research Database (Denmark)

    Yang, Guogen; Tang, Liguang; Gong, Yingdi

    2018-01-01

    in the apoplast to facilitate infection by S. sclerotiorum. Overexpressing PR1 enhanced resistance to the wild-type strain, but not to the Sscp1 knockout strain of S. sclerotiorum. Sscp1-expressing transgenic plants showed increased concentrations of salicylic acid (SA) and higher levels of resistance to several...

  19. EFEITO DA APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS NO SOLO SOBRE A GERMINAÇÃO CARPOGÊNICA E MICELIOGÊNICA DE ESCLERÓDIOS DE Sclerotinia sclerotiorum EFFECT OF FUNGICIDE APPLICATION IN THE SOIL ON THE CARPOGENIC AND MYCELIOGENIC GERMINATION OF Sclerotinia sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gesimária Ribeiro Costa

    2007-09-01

    Full Text Available

    Os fungicidas benomyl, procymidone, iprodione, vinclozolin, fluazinan e tiofanato metílico foram utilizados para verificar seus efeitos na germinação carpogênica e miceliogênica de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum, no solo. O solo coletado foi distribuído em caixas gerbox. Em cada caixa foram colocados 300 g de solo e, posteriormente, foi efetuado o enterrio de 25 escleródios à profundidade de 2,0 cm. Os fungicidas foram aplicados no solo, na dose de 0,5 kg.ha-1 de i.a., simulando uma lâmina de água de 6,0 mm. Em geral, o vinclozolin foi o melhor tratamento, apresentando uma eficiência de 100% na inibição de estipes e apotécios. O fluazinan permitiu apenas a formação de estipes inviáveis, resultando na ausência de apotécios. Na germinação miceliogênica dos escleródios, observou-se que após quinze dias de incubação, o tiofanato metílico reduziu em 75% a germinação miceliogênica, seguido dos fungicidas procymidone e vinclozolin, que apresentaram, em média, 60% de inibição. Os fungicidas benomyl, fluazinan e iprodione foram os menos eficientes na inibição da germinação miceliogênica dos escleródios, não diferindo estatisticamente do controle. Após trinta dias de incubação dos escleródios no solo, os fungicidas procymidone, tiofanato metílico, vinclozolin, iprodione e fluazinam não diferiram significativamente entre si quanto à inibição da germinação miceliogênica, mas diferiram do fungicida benomyl e do tratamento testemunha.

    PALAVRAS-CHAVE: Controle químico; mofo branco; Phaseolus vulgaris.

    The effects of benomyl, procymidone, iprodione, vinclozolin, fluazinan and methyl thiophanate on the carpogenic and myceliogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum sclerotia, in soil, were

  20. Genetic characterization of resistance to Sclerotinia in lettuce cultivar Eruption

    Science.gov (United States)

    Lettuce drop caused by the fungal pathogens Sclerotinia minor and S. sclerotiorum is a serious disease of lettuce. The use of genetic resistance as part of an integrated lettuce drop management strategy should have a significant economic advantage in mitigating yield loss. Sclerotinia resistance is ...

  1. Produção in vitro de enzimas extracelulares por fungos e sua relação com os sintomas descritos em planta hospedeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Elias

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMOOs fungos fitopatogênicos habitantes de solo causam perdas econômicas em muitas culturas e são difíceis de serem controlados. Esses fungos podem ser agrupados pelos sintomas comuns que causam nas plantas, bem como pelas enzimas extracelulares que podem produzir. O objetivo do trabalho foi verificar a produção in vitro de enzimas extracelulares por fungos de solo e tentar relacionar essas enzimas com os sintomas que cada fungo causa em planta hospedeira. O ensaio foi delineado em esquema inteiramente casualizado, com dois fatores, sete fungos (Cylindrocladium spathiphylli, Rhizoctonia solani, Sclerotium rolfsii, Ceratocystis fimbriata, Sclerotinia sclerotiorum, Fusarium oxysporum f. sp. dianthi e Verticillium dahliae mais testemunha e seis enzimas (amilase, carboximetilcelulase, lipase, lacase, catalase e gelatinase com 10 repetições. Catalase e gelatinase foram mensuradas por escala de notas, enquanto que as demais pelo cálculo da área da coroa circular. O ensaio foi repetido e a análise foi realizada com os dados de dois ensaios. Os fungos que causam podridão na raiz ou no colo da planta apresentaram maior produção de lacase, enquanto os que causam obstrução, fendas ou até a destruição do sistema vascular demonstraram a prevalência da lipase.

  2. Evaluación de tres métodos de control del Moho blanco (Sclerotinia sclerotiorum (Lib. de Bary en lechuga (Lactuca sativa L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arias Luis Alejandro

    2007-06-01

    Full Text Available

    El principal limitante fitosanitario del cultivo de lechuga (Lactuca sativa L. es la enfermedad conocida como moho blanco causada por el hongo Sclerotinia sclerotiorum (Lib. de Bary. Con el fin de realizar un aporte al conocimiento de esta enfermedad y establecer protocolos para su control en campo se realizó un experimento entre los meses de febrero y mayo de 2006 en el cual se compararon tres métodos de control: aplicación de 0,5 kg· ha-1 de procimidona, dosis de conidiosporas (Trichoderma harzianum DSM 14944 de 0,25 g· m-2 de suelo, solarización, integración de solarización con procimidona y solarización con T. harzianum. Se evaluó la incidencia de la enfermedad, densidad de inóculo en el suelo antes y al finalizar el ensayo, temperatura del suelo durante la solarización y productividad. La densidad promedio del inóculo fue de 1,67 esclerocios de S. sclerotiorum por100 g de suelo al inicio y 2,07 esclerocios por 100 g de suelo al finalizar el ensayo. La temperatura del suelo solarizado se incrementó hasta 50°C con un promedio de 34,69°C hacia el medio día. Los porcentajes de incidencia de la enfermedad fueron: con procimidona, 3,3%; con T. harzianum, 10,0%; con solarización, 15,8%; con solarización y procimidona, 8,8%; con solarización y T. harzianum, 9,2% y testigo 18,3%. No se presentaron diferencias significativas en la productividad. En conclusión el control de la enfermedad fue mejor con la aplicación de procimidona y deficiente con T. harzianum y la solarización.

  3. Control biológico de la pudrición basal del tallo en Crisantemo (Dendranthema grandiflorum ocasionada por Sclerotinia sclerotiorum con algunos aislamientos de Trichoderma sp. y Gliocladium sp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valencia Jenny

    1999-12-01

    Full Text Available

    EI hongo Sclerotinia sclerotiorum ocasiona perdidas apreciables en diversos cultivos de flores y hortalizas. La investigación consistió en evaluar la capacidad antagónica de algunos aislamientos de Trichoderma sp. Y Gliocladium sp. Sobre Sclerotinia sclerotiorum, tanto in vitro, como en plantas de crisantemo. Los mejores antagonistas del patógeno in vitro fueron los aislamientos G-8B y G-98 de Gliocladium sp. y los aislamientos T-2IB y T-34B de Trichoderma sp. Los dos aislamientos de Gliocladium sp. Formaron un halo de inhibición alrededor de la colonia del patógeno, mientras que los aislamientos de Trichoderma sp. Produjeron esporulación abundante sobre las colonias del patógeno. Los mejores tratamientos en el control de la enfermedad en plantas de crisantemo fueron los aislamientos T-2IB y T-34B de Trichoderma sp. y el aislamiento G-8B de Gliocladium sp., con un menor índice y una menor severidad de la enfermedad. La metodología de evaluación in vitro utilizada en la investigación fue confiable, ya que los resultados encontrados en el laboratorio fueron bastante similares a los obtenidos en el ensayo de invernadero. Además, los aislamientos de Trichoderma y de Gliocladium utilizados ocasionaron un estimulo apreciable en el crecimiento de las plantas y un adelanto en la floración.

  4. Genotyping-by-sequencing uncovers the introgression alien segments associated with Sclerotinia basal stalk rot resistance from wild species—I. Helianthus argophyllus and H. petiolaris

    Science.gov (United States)

    Basal stalk rot (BSR), caused by Sclerotinia Sclerotiorum, is a devastating disease in sunflower worldwide. The progress of breeding for Sclerotinia BSR resistance has been hampered due to the lack of effective sources of resistance for cultivated sunflower. Our objective was to transfer BSR resista...

  5. Registration of an oilseed sunflower germplasm line HA-BSR1 highly tolerant to Sclerotinia basal stalk rot

    Science.gov (United States)

    Basal stalk rot (BSR) caused by Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary is a devastating disease that causes a significant damage to worldwide sunflower (Helianthus annuus L.) production by reducing seed yield and quality. The objective of this research was to develop highly BSR tolerant sunflower g...

  6. Use of formulated Trichoderma sp. Tri-1 in combination with reduced rates of chemical pesticide for control of Sclerotinia sclerotiorium on oilseed rape

    Science.gov (United States)

    Sustainable strategies for control of Sclerotinia sclerotiorum on oilseed rape are needed. Here we tested combinations of Trichoderma sp. Tri-1, formulated with oilseed rape seedcake and straw, with reduced application rates of the chemical pesticide Carbendazim for control of this pathogen on oils...

  7. Association mapping in sunflower for sclerotinia head rot resistance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fusari Corina M

    2012-06-01

    Full Text Available Abstract Background Sclerotinia Head Rot (SHR is one of the most damaging diseases of sunflower in Europe, Argentina, and USA, causing average yield reductions of 10 to 20 %, but leading to total production loss under favorable environmental conditions for the pathogen. Association Mapping (AM is a promising choice for Quantitative Trait Locus (QTL mapping, as it detects relationships between phenotypic variation and gene polymorphisms in existing germplasm without development of mapping populations. This article reports the identification of QTL for resistance to SHR based on candidate gene AM. Results A collection of 94 sunflower inbred lines were tested for SHR under field conditions using assisted inoculation with the fungal pathogen Sclerotinia sclerotiorum. Given that no biological mechanisms or biochemical pathways have been clearly identified for SHR, 43 candidate genes were selected based on previous transcript profiling studies in sunflower and Brassica napus infected with S. sclerotiorum. Associations among SHR incidence and haplotype polymorphisms in 16 candidate genes were tested using Mixed Linear Models (MLM that account for population structure and kinship relationships. This approach allowed detection of a significant association between the candidate gene HaRIC_B and SHR incidence (P  Conclusions These results suggest that AM will be useful in dissecting other complex traits in sunflower, thus providing a valuable tool to assist in crop breeding.

  8. Chemical and biological control of Sclerotinia stem rot in the soybean crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciro Hideki Sumida

    2015-05-01

    Full Text Available It was evaluated the effect of fungicides and the microbial control agent Trichoderma harzianum on the inhibition of the carpogenic and ascospore germination of Sclerotinia sclerotiorum. This study also evaluated the chemical, fungicidal and microbial control of white mold or Sclerotinia stem rot of soybean in the field. Three experiments were conducted, as follows: 1 inhibition of carpogenic germination of sclerotia, 2 inhibition of ascospore germination, and 3 control of Sclerotinia stem rot in a soybean crop under field conditions. The treatments evaluated were fluazinam, procymidone, iprodione, thiophanate-methyl, carbendazim, benzalkonium chloride + fluazinam, and T. harzianum. Procymidone resulted in an inhibition of 13.5% and benzalkonium chloride in an inhibition of 13.9% in an ascospore germination test. Fluazinam and procymidone were the most effective in reducing the production of ascospores/apothecium, representing 65.6% and 82.4% of inhibition. Procymidone and fluazinam if combined or not with benzalkonium chloride were the most effective in controlling sclerotinia stem rot under field conditions when applied at the onset of flowering and 15 days later. In the 2009-10 harvest, these two fungicides reduced the incidence of Sclerotinia stem rot by 73.1 and 71.6% and in the 2010-11 harvest by 75.7 and 77.6%, respectively.

  9. Candidate gene association mapping of Sclerotinia stalk rot resistance in sunflower (Helianthus annuus L.) uncovers the importance of COI1 homologs.

    Science.gov (United States)

    Talukder, Zahirul I; Hulke, Brent S; Qi, Lili; Scheffler, Brian E; Pegadaraju, Venkatramana; McPhee, Kevin; Gulya, Thomas J

    2014-01-01

    Functional markers for Sclerotinia basal stalk rot resistance in sunflower were obtained using gene-level information from the model species Arabidopsis thaliana. Sclerotinia stalk rot, caused by Sclerotinia sclerotiorum, is one of the most destructive diseases of sunflower (Helianthus annuus L.) worldwide. Markers for genes controlling resistance to S. sclerotiorum will enable efficient marker-assisted selection (MAS). We sequenced eight candidate genes homologous to Arabidopsis thaliana defense genes known to be associated with Sclerotinia disease resistance in a sunflower association mapping population evaluated for Sclerotinia stalk rot resistance. The total candidate gene sequence regions covered a concatenated length of 3,791 bp per individual. A total of 187 polymorphic sites were detected for all candidate gene sequences, 149 of which were single nucleotide polymorphisms (SNPs) and 38 were insertions/deletions. Eight SNPs in the coding regions led to changes in amino acid codons. Linkage disequilibrium decay throughout the candidate gene regions declined on average to an r (2) = 0.2 for genetic intervals of 120 bp, but extended up to 350 bp with r (2) = 0.1. A general linear model with modification to account for population structure was found the best fitting model for this population and was used for association mapping. Both HaCOI1-1 and HaCOI1-2 were found to be strongly associated with Sclerotinia stalk rot resistance and explained 7.4 % of phenotypic variation in this population. These SNP markers associated with Sclerotinia stalk rot resistance can potentially be applied to the selection of favorable genotypes, which will significantly improve the efficiency of MAS during the development of stalk rot resistant cultivars.

  10. Interference and Mechanism of Dill Seed Essential Oil and Contribution of Carvone and Limonene in Preventing Sclerotinia Rot of Rapeseed

    Science.gov (United States)

    Huang, Bo; He, Jingsheng; Tian, Jun; Zeng, Hong; Chen, Yuxin; Wang, Youwei

    2015-01-01

    This study aimed to evaluate the inhibitory effects of dill (Anethum graveolens L.) seed essential oil against Sclerotinia sclerotiorum and its mechanism of action. The antifungal activities of the two main constituents, namely carvone and limonene, were also measured. Mycelial growth and sclerotial germination were thoroughly inhibited by dill seed essential oil at the 1.00 μL/mL under contact condition and 0.125μL/mL air under vapor condition. Carvone also contributed more than limonene in inhibiting the growth of S. sclerotiorum. Carvone and limonene synergistically inhibited the growth of the fungus. In vivo experiments, the essential oil remarkably suppressed S. sclerotiorum, and considerable morphological alterations were observed in the hyphae and sclerotia. Inhibition of ergosterol synthesis, malate dehydrogenase, succinate dehydrogenase activities, and external medium acidification were investigated to elucidate the antifungal mechanism of the essential oil. The seed essential oil of A. graveolens can be extensively used in agriculture for preventing the oilseed crops fungal disease. PMID:26133771

  11. Interference and Mechanism of Dill Seed Essential Oil and Contribution of Carvone and Limonene in Preventing Sclerotinia Rot of Rapeseed.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bingxin Ma

    Full Text Available This study aimed to evaluate the inhibitory effects of dill (Anethum graveolens L. seed essential oil against Sclerotinia sclerotiorum and its mechanism of action. The antifungal activities of the two main constituents, namely carvone and limonene, were also measured. Mycelial growth and sclerotial germination were thoroughly inhibited by dill seed essential oil at the 1.00 μL/mL under contact condition and 0.125μL/mL air under vapor condition. Carvone also contributed more than limonene in inhibiting the growth of S. sclerotiorum. Carvone and limonene synergistically inhibited the growth of the fungus. In vivo experiments, the essential oil remarkably suppressed S. sclerotiorum, and considerable morphological alterations were observed in the hyphae and sclerotia. Inhibition of ergosterol synthesis, malate dehydrogenase, succinate dehydrogenase activities, and external medium acidification were investigated to elucidate the antifungal mechanism of the essential oil. The seed essential oil of A. graveolens can be extensively used in agriculture for preventing the oilseed crops fungal disease.

  12. Sensibilidad in vitro de dos especies de Sclerotinia spp. y Sclerotium cepivorum a agentes de control biológico y fungicidas

    OpenAIRE

    Pérez-Moreno, Luis; Belmonte-Vargas, José Roberto; Núñez-Palenius, Héctor Gordon; Guzmán-Mendoza, Rafael; Mendoza-Celedón, Briseida

    2015-01-01

    Se evaluó la respuesta in vitro de dos aislados de Sclerotinia minor,cinco de S. sclerotiorum,y dos de Sclerotium cepivoruma 16 agentes biológicos y ocho fungicidas en un diseño experimental de parcelas divididas con arreglo factorial por cada patógeno. El factor A correspondió a los aislados del hongo y el factor B a los productos de control. La comparación de medias se realizó con la prueba de Tukey (P < 0.05). Se hicieron 11 evaluaciones cada 24 horas del crecimiento promedio radial miceli...

  13. Os Fungos no Funcionamento dos Ecossistemas Florestais

    OpenAIRE

    Santos-Silva, Celeste; Machado, Helena

    2011-01-01

    Os fungos no funcionamento dos ecossistemas Florestais: Papel dos fungos sapróbios na degradação da matériaorgânica Papel dos fungos micorrízicos na nutrição e saúde das árvores Diversidade fúngica e estabilidade das florestas Relações entre os fungos e os animais Doenças radiculares associadas ao declínio do montado de sobro e azinho

  14. Mycelial compatibility groups and pathogenicity of Sclerotinia ...

    African Journals Online (AJOL)

    ... was determined by mycelial compatibility grouping (MCG) and isolate aggressiveness comparisons. MCG, host specificity and aggressiveness of S. sclerotiorum isolates were assessed. Isolate pairs were designated compatible when no barrage zone formed at sites of contact. They were designated incompatible when a ...

  15. Gene Expression Profiling Soybean Stem Tissue Early Response to Sclerotinia sclerotiorum and In Silico Mapping in Relation to Resistance Markers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernarda Calla

    2009-07-01

    Full Text Available White mold, caused by (Lib. de Bary, can be a serious disease of crops grown under cool, moist environments. In many plants, such as soybean [ (L. Merr.], complete genetic resistance does not exist. To identify possible genes involved in defense against this pathogen, and to determine possible physiological changes that occur during infection, a microarray screen was conducted using stem tissue to evaluate changes in gene expression between partially resistant and susceptible soybean genotypes at 8 and 14 hours post inoculation. RNA from 15 day-old inoculated plants was labeled and hybridized to soybean cDNA microarrays. ANOVA identified 1270 significant genes from the comparison between time points and 105 genes from the comparison between genotypes. Selected genes were classified into functional categories. The analyses identified changes in cell-wall composition and signaling pathways, as well as suggesting a role for anthocyanin and anthocyanidin synthesis in the defense against . In-silico mapping of both the differentially expressed transcripts and of public markers associated with partial resistance to white mold, provided evidence of several differentially expressed genes being closely positioned to white mold resistance markers, with the two most promising genes encoding a PR-5 and anthocyanidin synthase.

  16. Identification of QTLs for resistance to sclerotinia stem rot and BnaC.IGMT5.a as a candidate gene of the major resistant QTL SRC6 in Brassica napus.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jian Wu

    Full Text Available Stem rot caused by Sclerotinia sclerotiorum in many important dicotyledonous crops, including oilseed rape (Brassica napus, is one of the most devastating fungal diseases and imposes huge yield loss each year worldwide. Currently, breeding for Sclerotinia resistance in B. napus, as in other crops, can only rely on germplasms with quantitative resistance genes. Thus, the identification of quantitative trait locus (QTL for S. sclerotiorum resistance/tolerance in this crop holds immediate promise for the genetic improvement of the disease resistance. In this study, ten QTLs for stem resistance (SR at the mature plant stage and three QTLs for leaf resistance (LR at the seedling stage in multiple environments were mapped on nine linkage groups (LGs of a whole genome map for B. napus constructed with SSR markers. Two major QTLs, LRA9 on LG A9 and SRC6 on LG C6, were repeatedly detected across all environments and explained 8.54-15.86% and 29.01%-32.61% of the phenotypic variations, respectively. Genotypes containing resistant SRC6 or LRA9 allele showed a significant reduction in disease lesion after pathogen infection. Comparative mapping with Arabidopsis and data mining from previous gene profiling experiments identified that the Arabidopsis homologous gene of IGMT5 (At1g76790 was related to the SRC6 locus. Four copies of the IGMT5 gene in B. napus were isolated through homologous cloning, among which, only BnaC.IGMT5.a showed a polymorphism between parental lines and can be associated with the SRC6. Furthermore, two parental lines exhibited a differential expression pattern of the BnaC.IGMT5.a gene in responding to pathogen inoculation. Thus, our data suggested that BnaC.IGMT5.a was very likely a candidate gene of this major resistance QTL.

  17. Isolamento de fungos degradadores de carbendazim

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Maria Maganhotto de Souza Silva

    1999-07-01

    Full Text Available Os fungicidas sistêmicos do grupo dos benzimidazóis são amplamente utilizados no controle de muitas doenças de plantas, tanto no solo como na parte aérea, e isso tem sido causa de contaminação ambiental. A ação de alguns microorganismos contribui para degradação e perda da atividade biológica desses fungicidas, podendo reduzir, dessa forma, o risco de impactos negativos. O objetivo deste trabalho foi selecionar fungos com potencial para degradar benomil e seu produto de hidrólise, carbendazim, e quantificar o potencial de degradação. Fungos foram isolados de três diferentes solos da região de agricultura irrigada do município de Guaíra, SP, com histórico de aplicação intensiva de fungicidas benzimidazóis. Dentre os fungos isolados, Alternaria alternata foi a linhagem menos afetada pelo aumento na concentração de benomil no meio de cultura. Na concentração máxima (100 mig mL-1 a inibição da taxa de crescimento de A. alternata foi 22%, enquanto nas demais linhagens foi superior a 45%. Em meio de cultura líquido suplementado com carbendazim, a taxa de crescimento em biomassa de A. alternata foi 43% maior do que a no meio sem carbendazim, o que indica o consumo do fungicida como fonte de carbono. A. alternata degradou rapidamente o fungicida, chegando a 66,21% de desaparecimento do produto em dois dias. A meia-vida de carbendazim nessas condições foi de 1,16 dias.

  18. Study on the Occurrence and Epidemic Model of Rape Sclerotinia Stem Rot of ‘Zheyou 50’

    OpenAIRE

    Xu Sen-fu; Wang Hui-fu; Yu Shanhong; Wang En-guo

    2013-01-01

    In order to investigate invading and epidemic rules of rape sclerotinia stem rot of ‘Zheyou 50’ and promote the development of brassica campestris industry, this paper studied the outbreak regularity and epidemic model of rape sclerotinia stem rot according to field investigation and infection. The result showed that machinery direct seeding rape was good for the occurrence of sclerotinia stem rot for the reason of late seeding and high density. The period from water damage appeared to wiltin...

  19. Plant hormones in defense response of Brassica napus to Sclerotinia sclerotiorum - Reassessing the role of salicylic acid in the interaction with a necrotroph

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Nováková, Miroslava; Šašek, Vladimír; Dobrev, Petre; Valentová, O.; Burketová, Lenka

    2014-01-01

    Roč. 80, JUL 2014 (2014), s. 308-317 ISSN 0981-9428 R&D Projects: GA ČR GA13-26798S Institutional support: RVO:61389030 Keywords : Brassica napus * Chorismate mutase * Defense signaling pathways Subject RIV: GF - Plant Pathology, Vermin, Weed, Plant Protection Impact factor: 2.756, year: 2014

  20. Estudos sobre fungos gasteroides (Basydiomicota) no Nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    Silva, Bianca Denise Barbosa da

    2013-01-01

    Os fungos gasteroides, também conhecidos como gasteromicetos, estão representados por diversas linhagens distintas de Agaricomycetes que, embora não compartilhem da mesma ancestralidade, possuem similaridades intrigantes, como os basidiomas angiocárpicos que apresentam liberação passiva dos basidiosporos. Análises filogenéticas recentes vêm provocando significativas alterações na classificação dos fungos gasteroides, especialmente, em níveis hierárquicos elevados, como classe e...

  1. Fungos e nematoides associados a sementes de forrageiras tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Mallmann

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a incidência de fungos e nematoides em sementes de Brachiaria sp. e Panicum maximum produzidas nos estados de Mato Grosso do Sul (MS, Mato Grosso (MT, Goiás (GO, Minas Gerais (MG e São Paulo (SP. Os principais fungos encontrados nas sementes foram Bipolaris sp., Curvularia sp. e Phoma sp.. As menores incidências destes fungos foram encontradas nas sementes das cultivares BRS Piatã e Xaraés de Brachiaria brizantha e Brachiaria decumbens cv. Basilisk, oriundas dos estados de GO, MG e MS, respectivamente. As cultivares Marandu e BRS Piatã, provenientes das várias regiões, apresentaram elevada ocorrência de Aphelenchoides sp. e Ditylenchus sp.. Sementes da cultivar Humidicola, de Brachiaria humidicola, produzidas em MS e SP, não apresentaram associação com nematoides. As sementes de Panicum maximum cv. Massai e cv. Mombaça apresentaram maiores incidências de Bipolaris sp., Cladosporium sp., Curvularia sp., Fusarium sp. e Phoma sp., bem como de Aphelenchoides sp. e Ditylenchus sp., especialmente nas sementes produzidas em MT. Alguns dos patógenos encontrados são agentes causais de doenças de grande importância em forrageiras, a exemplo de Bipolaris sp., causando a mancha foliar do Panicum, de alta severidade em Tanzânia, proporcionando sérios comprometimentos da sustentabilidade das pastagens.

  2. Triazole Fungicides Sensitivity of Sclerotinia homoeocarpa in Korean Golf Courses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ji Won Lee

    2017-12-01

    Full Text Available Chemical management of dollar spot in turf may lead to the development of Sclerotinia homoeocarpa populations with reduced fungicide sensitivity. The objective of this study was to investigate resistance of S. homoeocarpa isolates to triazole fungicides and to test cross-resistance among three triazole fungicides. A total of 66 isolates of S. homoeocarpa were collected from 15 golf courses across Korea, and tested via in vitro sensitivity assay against hexaconazole, propiconazole and tebuconazole. EC₅₀ values of the isolates to these fungicides were distributed in the range of 0.001–1.1 a. i. μg ml−1. Based on the EC₅₀ values, twelve representative strains were selected as sensitive isolates including control and insensitive isolates with respect to each fungicide. At a concentration of 0.1 a. i. μg ml−1 for all fungicides, the selected strains were distinguished as sensitive or resistant isolates with the mycelial growth inhibition rate of 50% as the criterion. The EC₅₀ values of resistant strains exposed to hexaconazole, propiconazole and tebuconazole were 20–50 times, 50–70 times, and 77 times greater, respectively, than that of the control strains. Two isolates of S. homoeocarpa S0–41 and Sh14-2-1 showed sensitivity toward all the fungicides used, while two other isolates Sh7-5-1 and Sh2-1-1 showed resistance to all fungicides. Each isolate showed similar resistance to the three types of triazole fungicides, whereby cross-resistance of isolates was confirmed in the present study; all three triazole fungicide combinations displayed significant correlation coefficients equivalent to or greater than 0.8.

  3. Fungos gasteróides da Floresta Nacional do Araripe-Apodi, Brasil

    OpenAIRE

    BARBOSA, Marcos Mateus Barros

    2015-01-01

    Os fungos gasteroides são um grupo artificial pertencente ao filo Basidiomycota caracterizados, principalmente, pelo desenvolvimento angiocárpico do basidioma e liberação passiva dos esporos. Seus principais representantes são as bufas-de-lobo, bufas-de-lobo-estipitadas, estrelas-da-terra, fungos ninhos de passarinhos, tentáculos fedorentos e fungos clatrados. Desde o seu estabelecimento em 1821, a classe foi pontualmente estudada resultando em diversas classificações sempre te...

  4. MALDI-TOF ICMS: avanços na identificação de fungos

    OpenAIRE

    Santos, Cledir; Lima, Nelson

    2011-01-01

    O sistema mais antigo pam a classificação das espécies de fungos, que incluem fungos filamentosos e levedums, são baseados em dados morfulógicos, principalmente naqueles ligados às estrutums reprodutivas. No entanto, este método de classificação apresenta limitações criticas, tais como as cultums de fungos que não desenvolvem estrutums reprodutivas, ou a semelbança morfológica entre membros de espécies diferentes. A incorpomção de testes bioquímicos e moleculares em taxonomia de fung...

  5. Termorresistência de fungos filamentosos isolados de néctares de frutas envasados assepticamente

    OpenAIRE

    Ferreira,Elisa Helena da Rocha; Masson,Lourdes Maria Pessoa; Rosenthal,Amauri; Souza,Maria de Lourdes; Tashima,Luana; Massaguer,Pilar Rodriguez de

    2011-01-01

    O presente estudo teve como objetivo caracterizar a termorresistência dos fungos mais termorresistentes, isolados de néctares de maracujá e abacaxi comerciais pasteurizados, bem como verificar a produção de patulina por esses fungos, quando inoculados em tais néctares. Os fungos mais termorresistentes isolados foram o Byssochlamys fulva em néctar de maracujá e o Byssochlamys nivea em néctar de abacaxi. O B. nivea, em néctar de abacaxi, mostrou-se mais termorresistente, com base nos valores de...

  6. Transferring of Sclerotinia resistance from wild into cultivated sunflower: Combining of conventional and laboratory techniques

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vasić Dragana M.

    2002-01-01

    Full Text Available Five populations of each H. molis, H. maximiliani, H. rigidus and H. tuberosus were screened for resistance to stem form of Sclerotinia. On the basis of the results obtained by screening, nine crosses of resistant populations with either other wild species populations or with cultivated sunflower were made. As in some crosses a small quantity of seed was produced and the seeds germinated poorly, modified tissue culture methods were used to enhance germination and produce clones of interesting plants. These methods were found to be efficient both for seed germination and plant production and multiplication.

  7. Ocorrência de fungos filamentosos termo-resistentes em polpa de tomate envasada assepticamente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BAGLIONI Flávio

    1999-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo principal determinar a ocorrência de fungos filamentosos termo-resistentes durante o processamento asséptico de polpa de tomate (8° BRIX. Durante o período de safra de tomate foram feitas amostragens em 9 lotes (3 no início, 3 no pico e 3 em fim de safra e no período de entresafra em 5 lotes. Foi feita a enumeração de fungos termo-resistentes nas amostras coletadas durante as diferentes etapas do processo asséptico de cada lote. Foram obtidas contagens médias relativamente baixas, variando entre <1 e 8UFC/100mL de amostra. As maiores contagens foram obtidas na matéria prima e na água de pré lavagem e transporte. Cinqüenta linhagens de fungos termo-resistentes detectadas no procedimento de enumeração foram isoladas, codificadas e estocadas. Os esporos de cada isolado com 1 mês de cultivo foram submetidos a diferentes choques térmicos para selecionar a linhagem de fungo mais termo-resistente. O isolado de fungo mais termo-resistente (sobrevivência ao choque à 100° C/25 minutos foi identificado como Neosartorya fischeri.

  8. Fungicides and Application Timing for Control of Early Leafspot, Southern Blight, and Sclerotinia Blight of Peanut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. James Grichar

    2016-01-01

    Full Text Available Field studies were conducted in 2013 and 2014 in south Texas near Yoakum and from 2008 to 2011 in central Texas near Stephenville to evaluate various fungicides for foliar and soilborne disease control as well as peanut yield response under irrigation. Control of Sclerotinia blight caused by Sclerotinia minor Jagger with penthiopyrad at 1.78 L/ha was comparable to fluazinam or boscalid; however, the 1.2 L/ha dose of penthiopyrad did not provide consistent control. Peanut yield was reduced with the lower penthiopyrad dose when compared with boscalid, fluazinam, or the high dose of penthiopyrad. Control of early leaf spot, caused by Cercospora arachidicola S. Hori or southern blight, caused by Sclerotium rolfsii Sacc., with penthiopyrad in a systems approach was comparable with propiconazole, prothioconazole, or pyraclostrobin systems and resulted in disease control that was higher than the nontreated control. Peanut yield was also comparable with the penthiopyrad, propiconazole, prothioconazole, or pyraclostrobin systems and reflects the ability of the newer fungicides to control multiple diseases found in Texas peanut production.

  9. Effects of Fungicides, Time of Application, and Application Method on Control of Sclerotinia Blight in Peanut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jason E. Woodward

    2015-01-01

    Full Text Available Field studies were conducted from 2007 to 2010 to evaluate the response of peanut cultivars to different fungicides, application timings, and methods. Overall, fungicides reduced Sclerotinia blight incidence and increased pod yields when applied to susceptible and partially resistant cultivars. Disease suppression was greater when full fungicide rates were applied preventatively; however, yields between fungicide treated plots were similar. Lower levels of disease and higher yields were achieved with the partially resistant cultivar Tamrun OL07 compared to the susceptible cultivars Flavor Runner 458 and Tamrun OL 02. Despite possessing improved resistance Tamrun OL07 responded to all fungicide applications. While similar levels of disease control were achieved with broadcast or banded applications made during the day or at night, the yield response for the different application methods was inconsistent among years. A negative relationship (slope = −73.8; R2=0.73; P<0.01 was observed between final disease incidence ratings and yield data from studies where a fungicide response was observed. These studies suggest that both boscalid and fluazinam are effective at controlling Sclerotinia blight in peanuts. Alternative management strategies such as nighttime and banded applications could allow for lower fungicide rates to be used; however, additional studies are warranted.

  10. Ecologia e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em área da caatinga

    OpenAIRE

    FERREIRA, Araeska Carenna de Almeida

    2010-01-01

    Os fungos micorrízicos arbusculares (FMA, Glomeromycota) proporcionam ao hospedeiro melhor condição nutricional e maior resistência a estresses de origem biótica e abiótica. Apesar de amplamente distribuídos nos ecossistemas terrestres, as dificuldades na identificação prejudicam o estudo da diversidade ambiental dos FMA e o conhecimento sobre a ocorrência destes fungos em áreas de Caatinga, embora ainda escasso, aponta para alta representatividade de espécies. Este trabalho teve como objetiv...

  11. Fungos associados a tumores de cabeça e pescoço

    OpenAIRE

    Lemos de Andrade, Suanni

    2010-01-01

    Fungos podem infectar secundariamente carcinoma de cabeça e pescoço, diante da imunossupressão local e de tratamentos imunossupressores, tornando-se importante o diagnóstico micológico precoce. Este estudo objetivou detectar fungos em tumor de cabeça e pescoço. Foram submetidos à biópsia 83 pacientes, obtendo-se 88 amostras teciduais, as quais foram segmentadas para exame histopatológico e micológico. Para o exame direto fragmentos de tecido foram clarificados com solução aquos...

  12. Estudo experimental e modelagem do crescimento de fungos filamentosos termorresistentes em sucos tropicais

    OpenAIRE

    Cunha, Vanessa Albres Botelho da

    2003-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos. A crescente preocupação da população com a qualidade de vida e com a saúde fez com que houvesse um aumento no consumo de sucos a base de frutas naturais e sem conservantes. Os fungos filamentosos termorresistentes são um dos principais contaminantes de sucos processados termicamente. Estudos sobre a incidência de fungos termorresistentes evidenciam que ...

  13. BIOPROSPECÇÃO DE ANTIBIÓTICOS PRODUZIDOS POR FUNGOS DA CAATINGA

    OpenAIRE

    Clementino, Leandro Costa; Barbosa, Camila Castro; Silva, Dayse Pereira Dias; Silva, Felipe Douglas; Queiroz, Jean César Farias

    2015-01-01

    O desenvolvimento de novos antibióticos está atrelado ao desafio de combater microrganismos super-resistentes, bem como possuir amplo espectro de ação. Para atingir essa meta, várias fontes de obtenção são pesquisadas nos mais diversos ambientes. Nesse sentido, este trabalho buscou a utilização de fungos filamentosos coletados no Bioma Caatinga na microrregião do Cariri paraibano para a produção de antibióticos, considerando-se a importância de pesquisas nesse sentido, utilizando fungos dessa...

  14. Análisis proteómico de la resistencia inducida por micorrización al patógeno foliar Sclerotinia sclerotiorum en frijol (Phaseolus vulgaris l.)

    OpenAIRE

    Quintero Zamora, Edalhí

    2014-01-01

    En los últimos años se han reportado diversos estudios sobre la resistencia inducida por micorrización al ataque de patógenos, en éstos se han determinado los cambios de expresión de genes y proteínas que ocurren en las raíces de plantas colonizadas por hongos micorrízicos arbusculares. Recientemente, se han iniciado estudios para entender cómo afecta esta interacción a la parte aérea de la planta. En nuestro grupo de investigación se llevó a cabo el estudio del efecto de la micorrizaci...

  15. Detecção de Fungos em Sementes de Acca sellowiana (Berg Burret

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Spolaor Fantinel

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO Acca sellowiana é uma espécie frutífera nativa da Região Sul do Brasil que está despertando grande interesse econômico devido ao alto potencial organoléptico de seus frutos. A principal forma de propagação da espécie é via sexuada. Objetivando determinar a qualidade sanitária das sementes, foram comparadas três formas de detecção de fungos, com ou sem a assepsia superficial, em sementes oriundas de quatro municípios do Estado do Rio Grande do Sul e de três municípios do Estado de Santa Catarina. Foram testados os meios de cultura Batata-Dextrose-Ágar (BDA, V8 (suco de tomate e o método Blotter Test. Foram identificados os seguintes fungos: Aspergillus niger, Aspergillus flavus, Penicillium sp., Colletotrichum gloeosporioides, Fusarium sp., Curvularia sp., Alternaria sp., Trichoderma sp., Epicoccum sp. e Phomopsis sp. Os meios agarizados são mais sensíveis na detecção de fungos em sementes de goiaba serrana. A assepsia das sementes reduz a incidência de fungos infestantes.

  16. Caracterização da microbiota por fungos filamentosos no tegumento hígido de bovinos de corte

    OpenAIRE

    Amaral,Christiane Duarte Pombo do; Pereira,Daniela Isabel Brayer; Meireles,Mario Carlos Araujo

    2011-01-01

    O tegumento de bovinos pode albergar uma grande diversidade de fungos filamentosos, potencialmente capazes de causar dermatoses, incluindo fungos do grupo dos dermatófitos. O presente estudo teve por objetivos caracterizar a microbiota de fungos filamentosos do tegumento hígido de bovinos de corte, verificar a presença de dermatófitos como parte integrante da microbiota, assim como avaliar a ocorrência de dermatófitos no solo dos estabelecimentos estudados. Durante o período de um ano, 56 bov...

  17. Diversidade e potencial enzimático de fungos filamentosos isolados do solo, Semi-Árido, Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Oliveira, Luciana Gonçalves de

    2009-01-01

    Os fungos compreendem um grupo heterogêneo de microrganismos, atuando como sapróbios, parasitas e simbiontes. Como sapróbios, podem viver em diversos ambientes, especialmente no solo. Este trabalho teve como objetivos o isolamento, identificação e atividade enzimática (lacase e peroxidase) de fungos filamentosos do solo do Vale do Catimbau, semi-árido pernambucano. Quatro coletas de solo foram feitas durante os períodos chuvosos (2) e de estiagem (2). Foram identificadas 87 espécies de fungos...

  18. DETECÇÃO DE FUNGOS PATOGÊNICOS EM SEMENTES DE ACÁCIA-NEGRA (Acacia mearnsii De Wild

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Elise Meneghini dos Santos

    2000-10-01

    Full Text Available A presença de fungos pode reduzir a capacidade germinativa de um lote de sementes, causar a morte de plântulas ou transmitir doenças para plantas adultas. É necessário conhecer os agentes, as causas e as conseqüências decorrentes da contaminação por fungos patogênicos. Desse modo, o presente estudo teve como objetivo identificar os fungos associados às sementes de Acacia mearnsii De Wild, armazenadas a 5°C, por um período de 12 meses. Foram utilizadas sementes de acácia-negra oriundas de plantio comercial, aos 4 anos de idade cuja procedência é África do Sul. As sementes foram colhidas em três épocas distintas: (i quando com frutos verdes e/ou pigmentados; (ii quando com frutos negros e início de abertura das vagens; (iii quando com sementes coletadas no solo, após a dispersão natural, sendo empregadas como testemunha. Os fungos associados às sementes foram: Botryodiplodia sp., Botrytis sp. (família Moniliaceae, Cladosporium sp.(família Dematiaceae, Cylindrocladium sp., Fusarium sp., Penicillium sp., Pestalotia sp., Rhizoctonia sp., Trichoderma sp. e outros fungos não identificados. De maneira geral, a autoclavagem das sementes promoveu maiores taxas de germinação e a eliminação de fungos associados. As sementes, que apresentaram maior contaminação por fungos, foram aquelas oriundas da coleta no solo. Os fungos de solo observados, que poderiam ocasionar danos em plântulas no viveiro e, simultaneamente, estarem associados à gomose em acácia-negra, foram: Botrytis sp., Cylindrocladium sp.

  19. Ensaio de produtos de consolidação de madeira degradada por fungos

    OpenAIRE

    Henriques, M. D.; Nunes, L.; Brito, J.

    2009-01-01

    Refere-se o presente texto à manutenção / reabilitação de elementos estruturais de madeira em edifícios antigos quando local e medianamente degradados por fungos de podridão, segundo o processo da consolidação por impregnação de produtos poliméricos. Apresenta-se o trabalho de investigação laboratorial desenvolvido sobre provetes de pinho bravo com diversos níveis de degradação por fungos de podridão cúbica, nos quais foram aplicados cinco produtos comerciais de baixa viscosidade, específi...

  20. Fungos associados ao processo de decomposição foliar: 2 anos de estudo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Kappes Marques

    2015-12-01

    Full Text Available O processo de decomposição da matéria orgânica em córregos de baixa ordem, realizado em grande parte pelos fungos, é importante para o fornecimento de energia a diversos níveis tróficos neste ecossistema. O presente trabalho avaliou a variação temporal de bolores e leveduras associados ao processo de decomposição foliar em um córrego de baixa ordem no cerrado tocantinense. Detrito vegetal misto foi coletado do aporte vertical da vegetação ripária e colocado em sacos de malha grossa e submersos por 30 dias no córrego Buritizal. O isolamento e contagem dos fungos filamentosos e leveduras foi realizado a partir do macerado de discos foliares em caldo peptonado e semeado em placas de petri contendo meio BDA e YMA incubados por 30 dias. As contagens de leveduras variaram de 1,42 logUFC.gMOF em junho de 2011 a 5,90 logUFC.gMOF em abril de 2012. Os fungos filamentosos variaram de 1,98 logUFC.gMOF em julho de 2011 a 6,27 logUFC.gMOF em março de 2013. As maiores contagens de fungos filamentosos e leveduras ocorreram em ambos períodos chuvosos porém somente os filamentosos apresentam diferença estatisticamente significativa e podem estar associadas as enxurradas, quando há o escoamento da serrapilheira e solo das margens com consequente maior entrada de geofungos e demais sapróbios associados ao aporte horizontal.

  1. MONITORAMENTO DE FUNGOS EM MILHO EM GRÃO, GRITS E FUBÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MÁRCIA B.A.

    1998-01-01

    Full Text Available O conhecimento de como a qualidade sanitária da matéria-prima afeta a qualidade dos seus subprodutos é muito importante para a indústria e para o consumidor. Para tanto foram analisadas 81 amostras de milho em grão, 81 de grits (canjica e 81 de fubá coletadas semanalmente antes e após o processamento, durante aproximadamente 4 meses, para determinar a contaminação interna dos grãos por fungos. Os grãos destas amostras foram lavados externamente com uma solução de hipoclorito de sódio à 2% e semeados em dois meios de cultura, Ágar Batata Dextrose e Ágar Suco de Tomate. O fubá não sofreu lavagem sendo colocado pequenas porções diretamente sobre os meios de cultura. Após a incubação à 25° C durante 4 a 7 dias, os fungos foram contados e identificados. Os fungos encontrados pertenciam aos gêneros Aspergillus, Fusarium, Penicillium, Mucor e Rhizopus. Amostras de fubá apresentaram a maior porcentagem de infecção fúngica, provavelmente originada da matéria prima e/ou das condições de processamento e/ou armazenamento do mesmo. Os fungos isolados das amostras de milho em grão, grits e fubá estão normalmente presentes em produtos e subprodutos armazenados, e alguns deles podem ser toxigênicos e vir a causar sérios problemas à saúde humana.

  2. Host Resistance and Chemical Control for Management of Sclerotinia Stem Rot of Soybean in Ohio.

    Science.gov (United States)

    Huzar-Novakowiski, Jaqueline; Paul, Pierce A; Dorrance, Anne E

    2017-08-01

    Recent outbreaks of Sclerotinia stem rot (SSR) of soybean in Ohio, along with new fungicides and cultivars with resistance to this disease, have led to a renewed interest in studies to update disease management guidelines. The effect of host resistance (in moderately resistant [MR] and moderately susceptible [MS] cultivars) and chemical control on SSR and yield was evaluated in 12 environments from 2014 to 2016. The chemical treatments evaluated were an untreated check, four fungicides (boscalid, picoxystrobin, pyraclostrobin, and thiophanate-methyl), and one herbicide (lactofen) applied at soybean growth stage R1 (early flowering) alone or at R1 followed by a second application at R2 (full flowering). SSR developed in 6 of 12 environments, with mean disease incidence in the untreated check of 2.5 to 41%. The three environments with high levels of SSR (disease incidence in the untreated check >20%) were used for further statistical analysis. There were significant effects (P Pyraclostrobin increased SSR compared with the untreated check in the three environments with high levels of disease. In the six fields where SSR did not develop, chemical treatment did not increase yield, nor was the yield from the MR cultivar significantly different from the MS cultivar. For Ohio, MR cultivars alone were effective for management of SSR in soybean fields where this disease has historically occurred.

  3. Nucleic adaptability of heterokaryons to fungicides in a multinucleate fungus, Sclerotinia homoeocarpa.

    Science.gov (United States)

    Kessler, Dylan; Sang, Hyunkyu; Bousquet, Amanda; Hulvey, Jonathan P; Garcia, Dawlyn; Rhee, Siyeon; Hoshino, Yoichiro; Yamada, Toshihiko; Jung, Geunhwa

    2018-06-01

    Sclerotinia homoeocarpa is the causal organism of dollar spot in turfgrasses and is a multinucleate fungus with a history of resistance to multiple fungicide classes. Heterokaryosis gives rise to the coexistence of genetically distinct nuclei within a cell, which contributes to genotypic and phenotypic plasticity in multinucleate fungi. We demonstrate that field isolates, resistant to either a demethylation inhibitor or methyl benzimidazole carbamate fungicide, can form heterokaryons with resistance to each fungicide and adaptability to serial combinations of different fungicide concentrations. Field isolates and putative heterokaryons were assayed on fungicide-amended media for in vitro sensitivity. Shifts in fungicide sensitivity and microsatellite genotypes indicated that heterokaryons could adapt to changes in fungicide pressure. Presence of both nuclei in heterokaryons was confirmed by detection of a single nucleotide polymorphism in the β-tubulin gene, the presence of microsatellite alleles of both field isolates, and the live-cell imaging of two different fluorescently tagged nuclei using laser scanning confocal microscopy. Nucleic adaptability of heterokaryons to fungicides was strongly supported by the visualization of changes in fluorescently labeled nuclei to fungicide pressure. Results from this study suggest that heterokaryosis is a mechanism by which the pathogen adapts to multiple fungicide pressures in the field. Copyright © 2018 Elsevier Inc. All rights reserved.

  4. In vitro attachment of phylloplane yeasts to Botrytis cinerea, Rhizoctonia solani, and Sclerotinia homoeocarpa.

    Science.gov (United States)

    Allen, Tom W; Burpee, Leon L; Buck, James W

    2004-12-01

    The ability of yeasts to attach to hyphae or conidia of phytopathogenic fungi has been speculated to contribute to biocontrol activity on plant surfaces. Attachment of phylloplane yeasts to Botrytis cinerea, Rhizoctonia solani, and Sclerotinia homoeocarpa was determined using in vitro attachment assays. Yeasts were incubated for 2 d on potato dextrose agar (PDA) prior to experimentation. A total of 292 yeasts cultured on PDA were screened for their ability to attach to conidia of B. cinerea; 260 isolates (89.1%) attached to conidia forming large aggregates of cells, and 22 isolates (7.5%) weakly attached to conidia with 1 or 2 yeast cells attached to a few conidia. Ten yeasts (3.4%), including 8 isolates of Cryptococcus laurentii, 1 isolate of Cryptococcus flavescens, and an unidentified species of Cryptococcus, failed to attach to conidia. All non-attaching yeasts produced copious extracellular polysaccharide (EPS) on PDA. Seventeen yeast isolates did not attach to hyphal fragments of B. cinerea, R. solani, and S. homoeocarpa after a 1 h incubation, but attachment was observed after 24 h. Culture medium, but not culture age, significantly affected the attachment of yeast cells to conidia of B. cinerea. The 10 yeast isolates that did not attach to conidia when grown on agar did attach to conidia (20%-57% of conidia with attached yeast cells) when cultured in liquid medium. Attachment of the biocontrol yeast Rhodotorula glutinis PM4 to conidia of B. cinerea was significantly greater at 1 x 10(7) yeast cells x mL(-1) than at lower concentrations of yeast cells. The ability of yeast cells to attach to fungal conidia or hyphae appears to be a common phenotype among phylloplane yeasts.

  5. RNA-Seq analysis of the Sclerotinia homoeocarpa--creeping bentgrass pathosystem.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela M Orshinsky

    Full Text Available Sclerotinia homoeocarpa causes dollar spot disease, the predominate disease on highly-maintained turfgrass. Currently, there are major gaps in our understanding of the molecular interactions between S. homoeocarpa and creeping bentgrass. In this study, 454 sequencing technology was used in the de novo assembly of S. homoeocarpa and creeping bentgrass transcriptomes. Transcript sequence data obtained using Illumina's first generation sequencing-by-synthesis (SBS were mapped to the transcriptome assemblies to estimate transcript representation in different SBS libraries. SBS libraries included a S. homoeocarpa culture control, a creeping bentgrass uninoculated control, and a library for creeping bentgrass inoculated with S. homoeocarpa and incubated for 96 h. A Fisher's exact test was performed to determine transcripts that were significantly different during creeping bentgrass infection with S. homoeocarpa. Fungal transcripts of interest included glycosyl hydrolases, proteases, and ABC transporters. Of particular interest were the large number of glycosyl hydrolase transcripts that target a wide range of plant cell wall compounds, corroborating the suggested wide host range and saprophytic abilities of S. homoeocarpa. Several of the multidrug resistance ABC transporters may be important for resistance to both fungicides and plant defense compounds. Creeping bentgrass transcripts of interest included germins, ubiquitin transcripts involved in proteasome degradation, and cinnamoyl reductase, which is involved in lignin production. This analysis provides an extensive overview of the S. homoeocarpa-turfgrass pathosystem and provides a starting point for the characterization of potential virulence factors and host defense responses. In particular, determination of important host defense responses may assist in the development of highly resistant creeping bentgrass varieties.

  6. Evidence for Genetic Similarity of Vegetative Compatibility Groupings in Sclerotinia homoeocarpa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Seog Won Chang

    2014-12-01

    Full Text Available Vegetative compatibility groups (VCGs are determined for many fungi to test for the ability of fungal isolates to undergo heterokaryon formation. In several fungal plant pathogens, isolates belonging to a VCG have been shown to share significantly higher genetic similarity than those of different VCGs. In this study we sought to examine the relationship between VCG and genetic similarity of an important cool season turfgrass pathogen, Sclerotinia homoeocarpa. Twenty-two S. homoeocarpa isolates from the Midwest and Eastern US, which were previously characterized in several studies, were all evaluated for VCG using an improved nit mutant assay. These isolates were also genotyped using 19 microsatellites developed from partial genome sequence of S. homoeocarpa. Additionally, partial sequences of mitochondrial genes cytochrome oxidase II and mitochondrial small subunit (mtSSU rRNA, and the atp6-rns intergenic spacer, were generated for isolates from each nit mutant VCG to determine if mitochondrial haplotypes differed among VCGs. Of the 22 isolates screened, 15 were amenable to the nit mutant VCG assay and were grouped into six VCGs. The 19 microsatellites gave 57 alleles for this set. Unweighted pair group methods with arithmetic mean (UPGMA tree of binary microsatellite data were used to produce a dendrogram of the isolate genotypes based on microsatellite alleles, which showed high genetic similarity of nit mutant VCGs. Analysis of molecular variance of microsatellite data demonstrates that the current nit mutant VCGs explain the microsatellite genotypic variation among isolates better than the previous nit mutant VCGs or the conventionally determined VCGs. Mitochondrial sequences were identical among all isolates, suggesting that this marker type may not be informative for US populations of S. homoeocarpa.

  7. Fungos endofíticos associados a plantas medicinais Endophytic fungi associated with medicinal plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V Mussi-Dias

    2012-01-01

    Full Text Available Com a utilização de plantas medicinais em infusões, xaropes, tinturas, ungüentos, dentre outras formas, pressupõe-se que fungos endofíticos, presentes no interior das plantas, mas sem causar doença, possam tornar-se um componente destes produtos, principalmente quando utilizados in natura. Além disso, os fungos endofíticos podem também produzir substâncias tóxicas aos usuários ou mesmo alterar o metabolismo vegetal, modificando a composição e as propriedades medicinais, assim como, a qualidade do produto armazenado e comercializado. Neste sentido, objetivou-se isolar e identificar a flora fúngica endofítica de onze espécies medicinais escolhidas ao acaso. Obtiveram-se culturas-puras dos fungos Phomopsis, Colletotrichum, Pestalotia, Trichoderma, Fusarium, Nigrospora e Glomerella ocorrendo endofiticamente em Plectranthus barbatus, Vernonia condensata, Pfaffia paniculata, Foeniculum vulgare, Cymbopogon citratus, Cymbopogon nardus, Cordia curassavica, Maytenus ilicifolia, Punica granatum, Morus nigra e Bauhinia forficata. As espécies vegetais em que se identificaram o maior número de fungos endofíticos foram Vernonia condensata, Punica granatum e Morus nigra. Todos os fungos recuperados neste trabalho apresentaram características estritamente endofíticas, não manifestando patogenicidade nas espécies hospedeiras. Dentre os fungos detectados, especial atenção deve ser dada ao gênero Fusarium, uma vez que inúmeras espécies deste gênero são conhecidas produtoras de micotoxinas e constituem-se em importantes patógenos pós-colheita.With the use of medicinal plants in infusions, syrups, dyes, unguents, among other forms, it is expected that endophytic fungi, present inside the plants but not causing diseases, become components of these products, especially when used in natura. In addition, endophytic fungi can produce toxic substances to the users or even modify the plant metabolism, altering the medicinal composition and

  8. Diversidade de fungos endofíticos de mandacaru (Cereus jamacaru DC., Cactaceae) em áreas sucessionais de Caatinga

    OpenAIRE

    BEZERRA, Jadson Diogo Pereira

    2013-01-01

    Fungos endofíticos vivem dentro dos tecidos sadios de plantas e podem promover tolerância das espécies hospedeiras para diferentes estresses ambientais. No entanto, a maioria dos estudos tem sido de plantas em ambientes úmidos e são poucos os relatos dos benefícios de tais associações com plantas de ambientes extremos. O objetivo deste trabalho foi analisar a diversidade de fungos endofíticos de Cereus jamacaru em três diferentes áreas de sucessão ecológica da floresta tropical seca brasileir...

  9. DIVERSIDADE DE FUNGOS LIQUENIZADOS DA FAMÍLIA PARMELIACEAE COLETADOS EM UM LEVANTAMENTO “RELÂMPAGO” EM LORENA, SP

    OpenAIRE

    Brendon Maximiliano Oliveira da Silva; Danielle Souza da Silva; Elenita Lourenço Leite; Kleverson dos Santos de Souza; Lorane Alice de Abreu Silva; Mayra Cristina Ferreira da Silva; Sabrina Rosa de Oliveira; Vinícius Pereira de Silva; Janaína Maria Gonçalves Santos

    2017-01-01

    Os liquens, associações entre fungos e algas unicelulares ou cianobactérias, são encontrados em muitos ambientes sobre vários substratos inclusive sobre troncos de árvores. Os liquens foliosos da família Parmeliaceae são bastante comuns nos ambientes brasileiros. Mesmo sendo comuns há ainda poucos levantamentos da diversidade de liquens em ambientes urbanos. Este estudo realizou um levantamento de espécies de fungos liquenizados por meio de uma coleta relâmpago em 17 forófitos de uma avenida ...

  10. Classificação de lâminas de madeira de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores

    OpenAIRE

    Carneiro,Mayara Elita; Magalhães,Washington Luiz Esteves; Silvana,Nisgoski; Muñiz,Graciela Inês Bolzon

    2013-01-01

    A busca por novas tecnologias que garantam a uniformidade da qualidade dos produtos tem se tornado constante, assim este trabalho teve como objetivo estudar a potencialidade de medidas espectroscópicas combinadas a ferramentas estatísticas para classificação de lâminas de madeiras de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores. As amostras foram coletadas em processo industrial, e observou-se que algumas lâminas estavam contaminadas por fungos manchadores. Assim, utilizou-se este material ...

  11. Aspectos taxonômicos e filogenéticos em fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota)

    OpenAIRE

    SILVA, Gladstone Alves da

    2004-01-01

    Os fungos micorrízicos arbusculares formam associação simbiótica com a maioria das plantas. A partir de dados de SSU rDNA, esses fungos foram recentemente agrupados em um novo filo (Glomeromycota); no entanto, ainda existem lacunas acerca da sua classificação. Os objetivos desse trabalho foram: a) determinar as relações evolutivas em Glomeromycota a partir de dados morfológicos e moleculares, construindo árvores filogenéticas; b) propor novas hipóteses nas relações filogenética...

  12. Fungos conidiais associados a substratos vegetais submersos em fragmentos florestais do bioma Amazônia, Pará, Brasil

    OpenAIRE

    Monteiro, Josiane Santana

    2014-01-01

    Os fungos são importantes componentes da cadeia trófica nos ambientes aquáticos, atuando como decompositores da matéria orgânica que é levada para estes sistemas, além de contribuírem para aumentar a palatabilidade do material vegetal utilizado por organismos de outros níveis tróficos. Diversos representantes do reino Fungi estão presentes nos ambientes aquáticos e, dentre esses, os fungos conidias são os mais comuns e bem adaptados a estes ambientes. Ecologicamente, são classi...

  13. Degradação de xenobióticos por fungos filamentosos isolados de areia fenólica

    OpenAIRE

    J. H. Silva; R. T. R. Monteiro

    2000-01-01

    Microrganismos foram isolados de areia fenólica resultante de atividades metalúrgicas, utilizando meio mínimo para fungos e pentaclorofenol (PCF) como única fonte de carbono. Após quatro repiques sucessivos em intervalos de 15 dias de incubação, as culturas foram plaqueadas em meio de Martin. Três gêneros de fungos foram isolados e identificados como Acremonium sp., Paecilomyces sp. e Penicillium sp. Estes foram testados para degradar os corantes índigo e RBBR (Azul Brilhante de Remazol - R) ...

  14. Fungos filamentosos isolados do solo do Parque Nacional Serra das Confusões, Piauí, Brasil

    OpenAIRE

    Malaquias de Lima Maciel, Josilene

    2008-01-01

    O solo é considerado um dos principais habitats para a comunidade de microrganismos, dentre os quais os fungos. O Parque Nacional Serra das Confusões, Estado do Piauí, Brasil, é considerado área prioritária para a conservação da biodiversidade da Caatinga, devido à sua extrema importância biológica. Com objetivo de isolar e identificar fungos filamentos da Caatinga de modo a ampliar o conhecimento sobre a micota deste bioma, 20 amostras de solo foram coletadas até 20 cm de prof...

  15. Métodos de preservação de fungos potencialmente toxicogênicos

    OpenAIRE

    Guimarães, Lucas Costa

    2014-01-01

    Os micro-organismos são fontes de muitos compostos de alto valor que são úteis a todos os seres vivos assim como para os seres humanos, plantas e animais. O isolamento e melhoramento de um micro-organismo são processos longos e caros, por isso é essencial preservar a característica obtida para não ser preciso passar por esses procedimentos mais uma vez. Os fungos são organismos eucariontes, aclorofilados, heterotróficos, geralmente filamentosos, obtêm seu alimento por absorção, podem ser macr...

  16. Biodegradação de polietileno tereftalato (PET) por fungos ligninoliticos

    OpenAIRE

    Kethlen Rose Inacio da Silva

    2009-01-01

    Resumo: Em 1977, o polietileno tereftalato (PET), produto derivado do petróleo, começou a ser utilizado como material de embalagem e plástico de engenharia. Porém, sob o ponto de vista ambiental, o uso de plástico é considerado problemático pela sua alta durabilidade e grande volume na composição total do lixo. Neste trabalho foi estudada a biodegradabilidade de polímeros sintéticos por ação de fungos basidiomicetos de podridão branca cultivados em resíduos agroindustriais envolvendo fermenta...

  17. Antifungal mechanisms of ZnO and Ag nanoparticles to Sclerotinia homoeocarpa

    Science.gov (United States)

    Li, Junli; Sang, Hyunkyu; Guo, Huiyuan; Popko, James T.; He, Lili; White, Jason C.; Parkash Dhankher, Om; Jung, Geunhwa; Xing, Baoshan

    2017-04-01

    Fungicides have extensively been used to effectively combat fungal diseases on a range of plant species, but resistance to multiple active ingredients has developed in pathogens such as Sclerotinia homoeocarpa, the causal agent of dollar spot on cool-season turfgrasses. Recently, ZnO and Ag nanoparticles (NPs) have received increased attention due to their antimicrobial activities. In this study, the NPs’ toxicity and mechanisms of action were investigated as alternative antifungal agents against S. homoeocarpa isolates that varied in their resistance to demethylation inhibitor (DMI) fungicides. S. homoeocarpa isolates were treated with ZnO NPs and ZnCl2 (25-400 μg ml-1) and Ag NPs and AgNO3 (5-100 μg ml-1) to test antifungal activity of the NPs and ions. The mycelial growth of S. homoeocarpa isolates regardless of their DMI sensitivity was significantly inhibited on ZnO NPs (≥200 μg ml-1), Ag NPs (≥25 μg ml-1), Zn2+ ions (≥200 μg ml-1), and Ag+ ions (≥10 μg ml-1) amended media. Expression of stress response genes, glutathione S-transferase (Shgst1) and superoxide dismutase 2 (ShSOD2), was significantly induced in the isolates by exposure to the NPs and ions. In addition, a significant increase in the nucleic acid contents of fungal hyphae, which may be due to stress response, was observed upon treatment with Ag NPs using Raman spectroscopy. We further observed that a zinc transporter (Shzrt1) might play an important role in accumulating ZnO and Ag NPs into the cells of S. homoeocarpa due to overexpression of Shzrt1 significantly induced by ZnO or Ag NPs within 3 h of exposure. Yeast mutants complemented with Shzrt1 became more sensitive to ZnO and Ag NPs as well as Zn2+ and Ag+ ions than the control strain and resulted in increased Zn or Ag content after exposure. This is the first report of involvement of the zinc transporter in the accumulation of Zn and Ag from NP exposure in filamentous plant pathogenic fungi. Understanding the molecular

  18. Qual seria a fonte de fungos miceliais encontrados em leite humano ordenhado?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franz Reis Novak

    2002-06-01

    Full Text Available Caracterizou-se os gêneros de fungos miceliais encontrados em amostras de leite humano ordenhado, recebidas a partir de coleta domiciliar, pelo Banco de Leite Humano do Instituto Fernandes Figueira. Foram analisadas 821 amostras de leite humano ordenhado, obtidas ao acaso, a partir de frascos coletados nos domicílios pelas próprias doadoras, e realizadas pesquisas de bolores e leveduras e microrganismos mesófilos. As análises revelaram a ocorrência de bolores e leveduras em 43 (5,2% das amostras, com contagens atingindo a ordem de 10³UFC/ml, tendo sido isoladas 48 cepas de fungos miceliais, que foram identificadas por técnicas padrão de laboratório, como as seguintes: Aspergillus Grupo Niger (6,3%, Aspergillus sp. (4,2%, Paecilomyces sp. (12,6%, Penicillium sp. (60,4%, Rhizopus sp. (2,0% e Syncephalastrum sp. (14,5%. Discute-se a importância do controle da assepsia das mãos das doadoras, antes da coleta do leite humano.

  19. DEGRADAÇÃO DE PESTICIDAS POR FUNGOS - UMA REVISÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorgeana Almeida J. Benevides

    2015-04-01

    Full Text Available Os pesticidas são reconhecidos como substâncias ou mistura de substâncias que são utilizadas com o objetivo de prevenir, destruir ou controlar qualquer praga. O Brasil é considerado como um dos maiores consumidores de produtos químicos. O Ceará apareceu no Censo Agropecuário do IBGE como o quarto estado brasileiro em número de estabelecimentos que comercializam agrotóxicos. Muitas tecnologias têm sido desenvolvidas no intuito de degradar ou remover estes pesticidas do meio ambiente, pois são potencialmente poluidores. Dentre estas, estão os experimentos de natureza físico-química e biológica, e nesta última se destaca o uso tanto de fungos, como de bactérias agindo como biorremediadores. O emprego de fungos no tratamento de efluentes começou a ser estudado no final do século passado, tendo ocorrido nas duas últimas décadas um incremento nas pesquisas de biodegradação. Eles têm sido usados em várias pesquisas por serem considerados biodegradadores eficientes de moléculas como: fenol, benzeno, tolueno, xileno e pesticidas. Esta revisão tem como objetivo analisar a eficiência fúngica na decomposição de pesticidas.

  20. Fungos emboloradores e manchadores de madeira em toras estocadas em indústrias madeireiras no município de Manaus, Amazonas, Brasil

    OpenAIRE

    Hanada,Rogério Eiji; Sales-Campos,Ceci; Abreu,Raimunda Liége Souza de; Pfenning,Ludwig

    2003-01-01

    Visando conhecer a diversidade e a incidência de fungos emboloradores e manchadores de madeira da região Amazônica, foi realizado um levantamento em 12 espécies florestais, estocadas em quatro indústrias madeireiras de Manaus. De cada espécie florestal selecionaram-se cinco toras, das quais retiraram-se amostras de onde procedeu-se isolamento dos fungos. Foram isolados 106 fungos associados às essências florestais, representados por nove gêneros e por dezesseis espécies. Paecilomyces variotii...

  1. Potencial antifúngico de fungos endofíticos isolados de folíolos de aroeira-da-praia (schinus terebinthifolius raddi)

    OpenAIRE

    Santos, Mona Lisa Venâncio de Souza dos

    2012-01-01

    Fungos endofíticos residem assintomaticamente na planta colonizando os tecidos internos durante algum momento do ciclo de vida. Plantas medicinais, como Schinus terebinthifolius, despertam interesse quanto às comunidades endofíticas pela relação entre suas propriedades e as de seus endófitos, contudo ainda é pouco estudada. Os objetivos deste trabalho foram isolar fungos endofíticos de S. terebinthifolius e caracterizá-los quanto à capacidade de inibir fungos filamentosos e leveduras patogêni...

  2. Bactérias e fungos benéficos na endosfera das plantas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julierme Zimmer Barbosa

    2014-10-01

    Full Text Available No solo, a região da rizosfera em comparação com a massa de solo apresenta marcado contraste biológico, sendo um nicho de grande densidade e diversidade de microorganismos.  Alguns fungos e bactérias benéficos ao desenvolvimento vegetal têm capacidade de colonizar o interior de plantas a partir do solo, conhecidos como organismos endofíticos. Possivelmente sejam as bactérias nodulíferas, com sua reconhecida capacidade de fixar N em leguminosas as mais conhecidas. Bactérias não nodulíferas tem a capacidade de colonizar o interior das raízes das plantas através de regiões de crescimento, em seguida, podem ser carregadas via xilema rumo à parte aérea. Podem ser encontrados em todos os órgãos vegetais, todavia, poucos estudos têm analisado as populações que transitam no continuum solo-planta até atingir caules, folhas, flores, frutos e sementes. O ultimo grupo de organismos endofíticos apresentado é o grupo dos fungos micorrízicos, esses se caracterizam como um sistema de exploração do solo paralelo ao sistema radicular que, com diâmetro extremamente reduzido conseguem minar um grande volume de solo com pequena alocação de C, o que é extremamente benéfico na aquisição de nutrientes, também podem ser benéficos em condições abióticas adversas. Em adição, alguns fungos endofíticos benéficos também podem colonizar órgãos aéreos das plantas. As interações microbiológicas que ocorrem na endosfera são altamente complexas, simultâneas e dependentes de uma série de fatores, assim seu entendimento é de fundamental importância à aplicação prática dos conhecimentos acerca de microorganismos endofíticos em agrossistemas.

  3. Caracterização quanto a fatores de patogeniciade de fungos filamentosos isolados da praia de Candeias, Jaboatão dos Guararapes, PE

    OpenAIRE

    OLIVEIRA, Luciana Gonçalves de

    2005-01-01

    Os fungos compreendem um grupo de microrganismos sapróbios, cosmopolitas ou simbiontes importantes componentes dos ecossistemas, constituindo o maior grupo de microrganismo responsável pela produção de enzimas. Considerando a escassez de trabalhos que tratam da micota filamentosa em ambientes marinhos, este trabalho teve como objetivos isolar, identificar e caracterizar quanto a fatores de patogenicidade fungos filamentosos do solo e da água da praia de Candeias, Jaboatão dos Guararapes, PE. ...

  4. Nutrição e crescimento do fungo nematófago Arthrobotrys oligospora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane R. Cardoso

    2009-12-01

    Full Text Available As condições de crescimento e os requerimentos nutricionais de Arthrobotrys oligospora, um fungo nematófago, foram investigados em meio líquido. O organismo foi incubado em meio sintético, a 30º C e em cultura estacionária. O perfil da curva de crescimento do fungo ajustou-se a uma equação de 3º grau, mesmo após 15 dias de incubação. A temperatura e o pH ótimos para produção de micélio foram observados a 25º C e pH 5,0, respectivamente. Contudo, não foram observadas diferenças significativas entre a produção de biomassa nas temperaturas de 25º C e 30º C ou pH 5.0 e 6.0. Várias fontes de carbono foram utilizadas pelo fungo, porém a maior produção de biomassa foi verificada com maltose e sacarose. Das fontes de nitrogênio testadas, várias proteínas (triptona, extrato de levedura, caseína, peptona e casaminoácidos e fontes inorgânicas (nitrato de sódio e cloreto de amônio estimularam a maior produção de biomassa. Das várias vitaminas experimentadas, o crescimento do fungo aumentou 2,2 vezes com riboflavina e 2,3 vezes com a mistura biotina e tiamina em relação ao controle, sem vitamina. De modo geral, constatou-se, após o período de incubação, que o pH inicial do meio de cultura pode aumentar até 8,4. Estes resultados sugerem que as variáveis estudadas podem ter papel importante no crescimento do organismo no solo.The growth conditions and the nutritional requirements of Arthrobotrys oligospora, a nematophagous fungus, were investigated in liquid culture. The organism was incubated in a synthetic medium, at 30º C in a static culture. Time course of growth was adjusted to a 3º degree equation, even after 15 days of incubation. Optimal temperature and pH for mycelium production were observed at 25º C and pH 5.0, respectively. However, significant differences were not found among the biomass production at temperatures 25º C and 30º C or pH 5.0 and 6.0. Several carbon sources were used by the fungus

  5. Host respostas transcricionais para vasculares e foliar fungos fitopatogênicos

    OpenAIRE

    Almeida, Robson Ferreira de

    2009-01-01

    O presente trabalho estudou mecanismos genéticos que controlam a resposta de plantas à uma espécie fitopatogênica do gênero Verticillium. V. dahliae (Vd) e V. longisoporum (Vl) são fungos de solo causadores de doenças vasculares de plantas herbáceas e plantas arbóreas, estas duas espécies são responsáveis por perdas anuais que somam bilhões de dólares. Este patógneo perde um alto grau de sua especificidade quanto ao hospedeiro e viabiliza a colonização e multiplicação em diferentes espécies ...

  6. MONITORAMENTO DE FUNGOS EM MILHO EM GRÃO, GRITS E FUBÁ

    OpenAIRE

    MÁRCIA, B.A.; LÁZZARI, F.A.

    1998-01-01

    O conhecimento de como a qualidade sanitária da matéria-prima afeta a qualidade dos seus subprodutos é muito importante para a indústria e para o consumidor. Para tanto foram analisadas 81 amostras de milho em grão, 81 de grits (canjica) e 81 de fubá coletadas semanalmente antes e após o processamento, durante aproximadamente 4 meses, para determinar a contaminação interna dos grãos por fungos. Os grãos destas amostras foram lavados externamente com uma solução de hipoclorito de sódio à 2% e ...

  7. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP

    OpenAIRE

    Santos,Valéria Barros dos; Wellbaum,Christian; Schoenlein-Crusius,Iracema Helena

    1998-01-01

    Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão) e junho - época fria e seca (inverno) de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram ...

  8. Identificação de Fungos Emboloradores em Madeira de Pinus spp. em Laboratório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilia Lazarotto

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi identificar, em nível de espécie, fungos emboloradores em madeira não tratada de Pinus spp. estocada em ambiente de laboratório, em Pelotas, Rio Grande do Sul. Para tanto, 10 amostras de madeira de pinus atacadas por fungos de bolor foram selecionadas para identificação das estruturas fúngicas por meio de identificação morfológica de esporos e, posteriormente, esses foram isolados e enviados para sequenciamento do fator de elongação 1-alpha (EF-1α, para sua identificação molecular. Foram obtidos cinco isolados do gênero Trichoderma e um isolado do gênero Fusarium. Esses foram identificados por meio de análise molecular como pertencentes às espécies T. atroviride e F. solani, respectivamente.

  9. REDUÇÃO DE FUNGOS EM AMBIENTE DE BIBLIOTECA: VIABILIDADE DE APLICAÇÃO DE NEBLINA ATIVADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Pereira de Carvalho Ribeiro

    2016-12-01

    Full Text Available A qualidade do ar em ambientes de trabalho tem influência direta na qualidade de vida e bem-estar das pessoas que ocupam ou transitam nesses locais. Contaminantes biológicos, como fungos e bactérias, utilizam o material particulado (pólen, escamas de pele humana, pelos, poeira entre outros como substrato para se multiplicar. Estudos revelam que em ambientes fechados, com ventilação e climatização artificiais, é comum os ocupantes apresentarem sintomas persistentes, tais como: alergia, dor de cabeça, irritação nos olhos e nas mucosas, dores de garganta, tonturas e fadiga. As bibliotecas constituem um desses ambientes e, no caso brasileiro, apesar das normas existentes, há poucos estudos a respeito e praticamente nenhuma iniciativa de qualificação do ar dessas unidades. Este trabalho tem como objetivo analisar a efetividade do sistema de neblina quimicamente ativada para a redução de fungos no ambiente interno de bibliotecas. As medidas quantitativas de fungos no ar foram realizadas no interior na Bibliotheca Gonçalo Moniz, a unidade histórica da Faculdade de Medicina da Bahia, localizada no Centro Histórico de Salvador, com e sem o uso do sistema de neblina quimicamente ativada. O uso do sistema atingiu a redução de até 95% dos fungos presentes no ar interior da biblioteca. Originada do campo da saúde do trabalhador, esta pesquisa e seus resultados, por sua relevância, podem suscitar novos estudos, bem como determinar políticas institucionais de largo alcance para ambientes de bibliotecas, no país.

  10. Crescimento de mudas de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis) associadas a fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota)

    OpenAIRE

    Silva,Maryluce Albuquerque da; Cavalcante,Uided Maaze Tibúrcio; Silva,Fábio Sérgio Barbosa da; Soares,Sueli Aparecida Gomes; Maia,Leonor Costa

    2004-01-01

    Para determinar o efeito de fungos micorrízicos arbusculares sobre o crescimento de mudas de maracujazeiro-doce foi conduzido, em casa de vegetação, experimento com delineamento inteiramente casualizado usando cinco tratamentos de inoculação (200 esporos/planta de Acaulospora longula Spain & Schenck, Gigaspora albida Schenck & Smith, Glomus etunicatum Becker & Gerd., Scutellospora heterogama (Nicol. & Gerd.) Walker & Sanders e controle não inoculado), com sete repetições. ...

  11. DIVERSIDADE DE FUNGOS LIQUENIZADOS DA FAMÍLIA PARMELIACEAE COLETADOS EM UM LEVANTAMENTO “RELÂMPAGO” EM LORENA, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brendon Maximiliano Oliveira da Silva

    2017-01-01

    Full Text Available Os liquens, associações entre fungos e algas unicelulares ou cianobactérias, são encontrados em muitos ambientes sobre vários substratos inclusive sobre troncos de árvores. Os liquens foliosos da família Parmeliaceae são bastante comuns nos ambientes brasileiros. Mesmo sendo comuns há ainda poucos levantamentos da diversidade de liquens em ambientes urbanos. Este estudo realizou um levantamento de espécies de fungos liquenizados por meio de uma coleta relâmpago em 17 forófitos de uma avenida no município de Lorena. Foram coletados 43 talos de liquens dos quais 70% são da família Parmeliaceae e estão distribuídos em seis gêneros e 21 espécies, sendo Parmotrema e Canomaculina os gêneros mais frequentes e Parmotrema tinctorum a espécie mais coletada. Pode se concluir que mesmo em ambientes não ideais, como os urbanos, há diversidade de espécies de fungos liquenizados.

  12. Degradação de xenobióticos por fungos filamentosos isolados de areia fenólica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. H. Silva

    2000-09-01

    Full Text Available Microrganismos foram isolados de areia fenólica resultante de atividades metalúrgicas, utilizando meio mínimo para fungos e pentaclorofenol (PCF como única fonte de carbono. Após quatro repiques sucessivos em intervalos de 15 dias de incubação, as culturas foram plaqueadas em meio de Martin. Três gêneros de fungos foram isolados e identificados como Acremonium sp., Paecilomyces sp. e Penicillium sp. Estes foram testados para degradar os corantes índigo e RBBR (Azul Brilhante de Remazol - R e o organoclorado PCF. A descoloração do índigo foi de 99%, para Paecilomyces e Penicillium, e de 74%, para Acremonium, e a de RBBR foi de 16%, para Penicillium; 14%, para Acremonium, e 5%, para Paecilomyces. Usando azul de bromotimol como indicador de degradação de PCF, foram obtidos 24% de descoloração para Acremonium; 22%, para Penicillium, e 17%, para Paecilomyces Utilizando cromatografia gasosa, detectou-se degradação de PCF de 69%, para Penicillium; 65%, para Paecilomyces, e 40% para Acremonium, respectivamente. Os resultados mostraram que foi possível isolar microrganismos de uma areia de fundição, altamente contaminada com fenóis, e os fungos isolados foram capazes de degradar PCF e outros xenobióticos testados.

  13. SURVEY OF FUNGI IN WHEAT SEEDS LEVANTAMENTO DE FUNGOS EM SEMENTES DE TRIGO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Pellozo Pires

    2011-10-01

    Full Text Available

    The occurrence of pathogenic fungi in wheat seeds has been frequently reported, and this association is sometimes responsible for decreasing seeds physiologic quality, as well as introducing and disseminating pathogens and transferring early pathogens to the progeny. The objective of this study was to perform the first survey of fungi associated with upland and irrigated wheat seeds, in the Mato Grosso State, Brazil. The Brilhante, BRS 264, Aliança, BR 18, BRS 254, and IAC 350 cultivars were used. The health analysis was performed with the aid of the Blotter test adapted to water restriction (NaCl - 1.0 MPa, with eight replications (25 seeds per plate, totalizing 200 seeds per sample. The fungi identification was based on their morphologic features and their incidence was quantified. The results showed variability in diversity and incidence, with a total of 20 fungi genera in the 32 samples. Cladosporium cladosporioides and Bipolaris sorokiniana were present in 96.87% of the samples, followed by Fusarium graminearum, with 75.00%, and Pyricularia grisea, with 59.37%.

    A presença de fungos patogênicos em sementes de trigo tem sido relatada com frequência, e esta associação é responsável, muitas vezes, pela redução da

  14. Isolamento de fungos degradadores de carbendazim Isolation of carbendazim degrading fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Maria Maganhotto de Souza Silva

    1999-07-01

    Full Text Available Os fungicidas sistêmicos do grupo dos benzimidazóis são amplamente utilizados no controle de muitas doenças de plantas, tanto no solo como na parte aérea, e isso tem sido causa de contaminação ambiental. A ação de alguns microorganismos contribui para degradação e perda da atividade biológica desses fungicidas, podendo reduzir, dessa forma, o risco de impactos negativos. O objetivo deste trabalho foi selecionar fungos com potencial para degradar benomil e seu produto de hidrólise, carbendazim, e quantificar o potencial de degradação. Fungos foram isolados de três diferentes solos da região de agricultura irrigada do município de Guaíra, SP, com histórico de aplicação intensiva de fungicidas benzimidazóis. Dentre os fungos isolados, Alternaria alternata foi a linhagem menos afetada pelo aumento na concentração de benomil no meio de cultura. Na concentração máxima (100 mig mL-1 a inibição da taxa de crescimento de A. alternata foi 22%, enquanto nas demais linhagens foi superior a 45%. Em meio de cultura líquido suplementado com carbendazim, a taxa de crescimento em biomassa de A. alternata foi 43% maior do que a no meio sem carbendazim, o que indica o consumo do fungicida como fonte de carbono. A. alternata degradou rapidamente o fungicida, chegando a 66,21% de desaparecimento do produto em dois dias. A meia-vida de carbendazim nessas condições foi de 1,16 dias.The systemic fungicides belonging to the benzimidazoles group are widely used in agricultural practice and its indiscriminate use has been cause of environmental contamination. The dissipation and the loss of the pesticide biological activity depends, most of the time, on the microorganisms action. The present research was carried out with the objective to select fungi with potential to degrades benomyl and its hydrolysis product, carbendazim, and to quantify its degradation potential. The fungi were isolated from three different kinds of soils collected in

  15. FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES EM DOIS SISTEMAS DE CULTIVO DE MILHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amália Aparecida Busoni Campos

    2015-07-01

    Full Text Available Tendo em vista a utilização dos fungos micorrízicos arbusculares atuando como bioindicadores de qualidade do solo, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos sobre a porcentagem de colonização micorrízica, número de esporos viáveis e glomalina facilmente extraível de dois diferentes sistemas de cultivo de milho: milho transgênico em cultivo convencional e milho variedade em cultivo alternativo. Os tratamentos foram semeados em duas faixas paralelas e contíguas, com dois hectares cada, em condições semelhantes de fertilidade de solo e relevo. No cultivo convencional o milho transgênico foi semeado com adubação na linha de 280 kg.ha-1 do fertilizante fórmula NPK 7-28-16, 8% Ca, 1,5% S e 0,3% Zn. Foi utilizado glifosato juntamente com o inseticida Chlorantraniliprole + lambda-cialotrina para o controle de mato e lagartas. No cultivo alternativo o solo foi preparado com a aplicação de 500 kg.ha-1 do condicionador de solo Bokashi e posterior gradagem e nivelamento. Foi aplicado o herbicida atrazina para contenção do mato e uma pulverização de inseticida biológico (Bacillus thuringiensis para controle da lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda. A amostragem de raízes e solo foi feita na profundidade de 0 a 20 cm no estádio R3 (grão pastoso. Foi utilizado o delineamento em faixas de tratamento com dez repetições.  Os dados foram submetidos ao teste de normalidade de Shapiro-Wilk e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste t de Student (P<0,05. Os resultados mostram maiores índices de colonização micorrízica e concentração de glomalina no solo no cultivo alternativo com milho variedade, comparado ao cultivo convencional com cultivar transgênico. Em relação ao número de esporos viáveis não houve diferença significativa entre os tratamentos. O milho variedade, submetido ao manejo alternativo, proporcionou melhores condições para o desenvolvimento dos fungos micorrízicos, indicando ser esta a

  16. AISLAMIENTO DE CEPAS NATIVAS DE TRICHODERMA SPP DE SUELOS HORTICOLAS DEL VALLE DE TOLUCA, COMO BIOCONTROL POTENCIAL DE SCLEROTINIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilda G. García-Nuñez

    2012-08-01

    Full Text Available Se evaluó la presencia de Trichoderma en siete localidades en la zona sur del Valle de Toluca, Estado de México. Esta es un área con un alto potencial en la producción de hortalizas. El estudio se dirigió al aislamiento de cepas nativas de Trichoderma a partir de muestras de suelo, identificación de factores fisiográficos, así como las propiedades físicas y químicas del suelo que determinan la ocurrencia de Trichoderma. Se evaluó el potencial de las cepas de Trichoderma para el control de Sclerotinia spp., hongo patógeno causante de la pudrición blanda en lechuga. Se aislaron once cepas, el mayor número de ellas asociadas al tipo de suelo se encontró en las localidades de San Francisco Putla y San Francisco Tetetla. El análisis de regresión logística mostró que no hay una relación entre las propiedades del suelo (materia orgánica y pH y la presencia de Trichoderma. La prueba de Tukey (p

  17. Tendências atuais na bioprospecção, identificação e preservação de fungos filamentosos

    OpenAIRE

    Lima, Nelson

    2010-01-01

    Os fungos filamentosos são microrganismos ubíquos e pertencem ao Reino dos Fungos. Estima-se que haverá na natureza cerca de 1,5 milhões de espécies de fungos, sendo que cerca de 6% destes são actualmente conhecidos. Associado a este enorme desconhecimento e mantendo-se o ritmo de descrição de novas espécies, que tem variado entre 800 a 1000 por ano, só de aqui a umas boas centenas de anos poderemos ter uma visão mais aprofundada do papel que estes microrganismos têm na natureza. Para além de...

  18. Controle biológico de ciatostomíneos de eqüinos resistentes a ivermectina e pamoato de pirantel com o fungo Monacrosporium thaumasium

    OpenAIRE

    Tavela, Alexandre de Oliveira

    2010-01-01

    A viabilidade de uma formulação do fungo predador de nematóides Monacrosporium thaumasium foi avaliada no controle biológico de ciatostomíneos de eqüinos. Dois grupos (tratado com o fungo e controle) constituídos por seis éguas em cada grupo, mestiças, com idade entre 2,5 a 3,5 anos, foram colocados em pastagens de Cynodon sp. naturalmente infectadas com larvas de ciatostomíneos de eqüinos. No grupo tratado, cada animal recebeu 1g/10 kg de peso corporal (0,2g/10kg de peso vivo de fungo) de pé...

  19. Avaliação da capacidade de produzir fitotoxinas in vitro por parte de fungos com propriedades antagônicas a nematóides In vitro evaluation of the phytotoxin production ability by fungi with antagonic properties to nematodes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Diego Costa Carvalho

    2006-12-01

    Full Text Available Em trabalho preliminar foram obtidos 24 isolados fúngicos com propriedades antagônicas a nematóides parasitas de plantas segundo experimentos realizados em laboratório. Para dar continuidade a tal trabalho, tornou-se desejável dispor de metodologia simples e de baixo custo para selecionar aqueles sem capacidade de produção de substâncias fitotóxicas, para serem empregados em experimentos em casa-de-vegetação com fitonematóides. Conseqüentemente, cultivaram-se os fungos em meio líquido e, após filtração, as fases líquidas foram liofilizadas e extraídas com acetato de etila/metanol. Os extratos foram concentrados sob vácuo e dissolvidos em água e solução de sacarose para serem submetidos a testes in vitro com sementes de alface (Lactuca sativa L. e com coleóptilos de trigo (Triticum aestivum L., respectivamente. Vinte e três isolados pertencentes aos gêneros Arthrobotrys, Aspergillus, Coniothyrium, Cunninghamella, Cylindrocarpon, Fusarium, Monacrosporium, Mortierella, Paecilomyces, Penicillium, Sclerotinia, Trichoderma e Verticillium, apresentaram atividade tóxica contra os coleóptilos de trigo. Apenas os isolados de Cylindrocarpon magnusianum (Sacc. Wollenw., Fusarium moniliforme Shelden, Mortierella sp., Paecilomyces lilacinus (Thom. Samson e Penicillium sp. apresentaram atividade fitotóxica no teste com sementes de alface. Somente um isolado de F. moniliforme se mostrou inativo em ambos os testes, o que sugere que não seja produtor de fitotoxinas.In a previous work 24 fungi cultures were selected due to their antagonic properties to phytonematodes in laboratory experiments. To proceed to further studies, it became desirable to use a simple and inexpensive methodology to identify those fungi able to produce phytotoxic substances, so that only the non phytotoxin producers could be used in green-house experiments with plant parasite nematodes. Thus, fungi were grown in liquid medium and the resulting mixtures were

  20. Patogenicidade de Beauveria bassiana ao psilídeo Diaphorina citri e compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Ferreira Pinto

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade de Beauveria bassiana a ninfas de Diaphorina citri (Hemiptera: Psyllidae e verificar a compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários e sua persistência em plantas de citros. Ninfas de D. citri foram pulverizadas com B. bassiana, nas concentrações 5x10(6, 1x10(7, 5x10(7, 1x10(8, 5x10(8 e 1x10(9 conídios mL-1, para determinação da concentração letal. Para avaliação da compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários, extrato de nim e cinco inseticidas de quatro grupos químicos diferentes foram incorporados individualmente ao meio de cultura BDA em que o fungo foi cultivado. Avaliaram-se o crescimento vegetativo, a esporulação e a viabilidade do entomopatógeno. Plantas de citros, mantidas em casa de vegetação, foram tratadas primeiramente com os produtos fitossanitários e depois com o entomopatógeno. Avaliaram-se os tempos de exposição de 24 horas e de 7 e 14 dias. O fungo foi patogênico às ninfas de D. citri; a CL50 foi de 0,4x10(7 e a CL90 de 6,7x10(7 conidios mL-1, no décimo dia de avaliação. Em laboratório, os produtos fitosssanitários reduzem o crescimento do fungo. Em casa de vegetação, os produtos não afetam a sobrevivência do fungo nas plantas de citros.

  1. Fungos isolados da água de consumo de uma comunidade ribeirinha do médio Rio Solimões, Amazonas-Brasil: potencial patogênico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anni Kelle Serrão de Lima

    2017-12-01

    Full Text Available Os fungos passaram a receber maior atenção como contaminantes de água potável, devido algumas doenças estarem relacionadas a esses microrganismos e ao abastecimento inadequado, principalmente em populações ribeirinhas. Este trabalho verificou a presença de fungos na água de consumo da comunidade ribeirinha, Lago do Limão, Iranduba – AM, e avaliou o perfil de patogenicidade dos fungos isolados. As espécies fúngicas isoladas foram identificadas fenotipicamente e geneticamente. A avaliação dos fungos, quanto ao seu potencial de patogenicidade, incluiu: Crescimento a 37°C, Produção de Ureases e Proteases. Como resultados, foram isoladas 101 culturas de diferentes gêneros da subdivisão Deuteromycotina. Os gêneros isolados de maior frequência foram Aspergillus spp (41,6%, Penicillium spp (19,8% e Trichoderma spp. (27,7%. Quanto aos parâmetros de patogenicidade, verificou-se que 95% das amostras apresentaram positividade quando incubadas a 37ºC; 66,3% em meio Ágar Christensen e 58,4% no teste de Proteases. Há escassez de trabalhos que abordam a patogenicidade dos fungos presentes na água, principalmente, em água consumida pelas comunidades ribeirinhas. Espera-se que os resultados deste trabalho possam subsidiar a legislação brasileira estabelecer limites de fungos presentes em água potável.

  2. Biological control of mycotoxin-producing molds Controle biológico de fungos de armazenamento produtores de micotoxinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Henrique Vasconcelos de Medeiros

    2012-10-01

    Full Text Available Mycotoxins are produced by the secondary metabolism of many fungi and can be found in almost 25% of the world's agricultural commodities. These compounds are toxic to humans, animals, and plants and therefore, efforts should be made to avoid mycotoxin contamination in food and feed. Besides, up to 25% of all harvested fruits and vegetables are lost due to storage molds and/or mycotoxin contamination and many methods have been applied to mitigate these issues, but most of them rely on the use of fungicides. Although chemicals are often the first defensive line against mycotoxigenic fungi, the indiscriminate use of fungicides are awakening the public perception due to their noxious effects on the environment and human/animal health. Thus, there is an increasing public pressure for a safer and eco-friendly alternative to control these organisms. In this background, biological control using microbial antagonists such as bacteria, fungi and yeasts have been shown to be a feasible substitute to reduce the use of chemical compounds. Despite of the positive findings using the biocontrol agents only a few products have been registered and are commercially available to control mycotoxin-producing fungi. This review brings about the up-to-date biological control strategies to prevent or reduce harvested commodity damages caused by storage fungi and the contamination of food and feed by mycotoxins.As micotoxinas são produzidas pelo metabolismo secundário de várias espécies de fungos e podem ser encontradas em quase 25% das commodities agrícolas. Esses compostos são tóxicos a humanos, animais e plantas e, portanto, esforços para evitar a contaminação de micotoxinas em alimentos e rações devem ser feitos. Além disso, até 25% das frutas e legumes em pós-colheita são perdidos em decorrência do ataque de fungos de armazenamento e/ou contaminações por micotoxinas. Vários métodos têm sido aplicados para mitigar os problemas de micotoxinas

  3. Fungos associados a grãos de café (Coffea arabica L. beneficiados no sudoeste da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Fernandes Pinto Ferreira

    2011-09-01

    Full Text Available Diversos fatores podem interferir na qualidade do café, especialmente aqueles relacionados às etapas pós-colheita de processamento e secagem. Algumas espécies de fungos podem se associar a grãos de café durante a pós-colheita, podendo ocasionar alterações indesejáveis. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência dos processamentos via seca (natural, seco em terreiro de terra, e via úmida (despolpado, seco em terreiro de cimento, tradicionalmente empregados na região sudoeste da Bahia, na incidência de fungos em grãos de café beneficiados produzidos na safra 2007/2008. O experimento consistiu de 4 tratamentos: a café natural de Barra do Choça; b café natural de Encruzilhada; c café despolpado de Barra do Choça e d café despolpado de Encruzilhada; e 5 repetições. Foram coletadas 20 amostras de grãos de café oriundas de diferentes propriedades cafeeiras nestes municípios. Os resultados obtidos foram avaliados pelo teste de médias t de Bonferroni a 5% de probabilidade. Houve diferença estatística significativa entre os tratamentos analisados para a infestação fúngica. Os gêneros detectados foram: Aspergillus, Penicillium e Fusarium, sendo que o gênero Aspergillus foi o de maior incidência, no qual foram identificadas oito espécies: Aspergillus ochraceus, A. niger, A. flavus, A. foetidus, A. tubingensis, A. auricomus, A. sojae e A. oryzae. Foi detectada a maior incidência de fungos em grãos de café oriundos de processamento natural do que de processamento despolpado.

  4. Caracterização fenotípica e genotípica de estirpes de fungos fitopatogénicos do género Phaeoacremonium

    OpenAIRE

    Alves, Artur Jorge da Costa Peixoto

    2001-01-01

    O síndroma da esca é uma das doenças mais destrutivas da videira (Vitis vinifera L.), estando disseminado pela grande maioria dos países onde tradicionalmente se cultiva a vinha, tendo sido já identificada em diversas regiões vitivinícolas de Portugal. Pensa-se que esta doença resulta da acção de diversos fungos actuando conjuntamente ou em sucessão. De entre estes, os mais frequentes são fungos mitospóricos do género Phaeoacremonium. Neste trabalho foram analisadas 14 estir...

  5. Análise proteômica comparativa do processo de diferenciação celular do fungo patogênico Paracoccidioides brasiliensis

    OpenAIRE

    Vaz, Alessandro Fernandes

    2014-01-01

    Paracoccidioides spp. é o agente etiológico da paracoccidioidomicose, a mais importante micose sistêmica endêmica da América Latina. Paracoccidioides spp. é um fungo dimórfico, que apresenta alteração morfológica de acordo com a temperatura do ambiente. A forma miceliana é encontrada no solo a temperaturas inferiores a 25 ºC, enquanto que em tecidos do hospedeiro e sob temperaturas de 36-37 ºC o fungo assume forma leveduriforme. A infecção se inicia com a inalação de conídios p...

  6. Detecção e caracterização de complexos multi-enzimáticos em secretoma de fungos filamentosos

    OpenAIRE

    Silva, Adelson Joel da

    2013-01-01

    As enzimas que degradam parede celular vegetal produzidas por micro-organismos possuem aplicações biotecnológicas importantes, incluindo a produção de bioetanol. Algumas batérias anaeróbicas são capazes de produzir complexos multi-enzimáticos chamados de celulosomos, enquanto os fungos filamentosos normalmente secretam enzimas hidrolíticas individuais que atuam sinergisticamente no processo de degradação de polissacarídeo. Neste trabalho, nós mostramos que os fungos filamentosos Trichoderm...

  7. Transcritoma e proteoma do fungo Paracoccidioides em condições de privação de glicose ou hipóxia

    OpenAIRE

    Lima, Patrícia de Sousa

    2014-01-01

    Paracoccidioides spp. causa a paracoccidioidomicose, uma das micoses mais frequentes na América Latina. O fungo cresce como micélio no meio ambiente, e como levedura, no hospedeiro. A fim de sobreviver no corpo humano, patógenos devem se adaptar nos microambientes os quais são frequentemente caracterizados por baixas disponibilidades de nutrientes e oxigênio. Uma das primeiras linhas de defesa deste fungo durante invasão no hospedeiro são os macrófagos residentes nos pulmões, considerados pob...

  8. Análise proteômica em células leveduriformes do fungo Paracoccidioides sp. em excesso de cobre

    OpenAIRE

    Portis, Igor Godinho

    2015-01-01

    Paracoccidioidomicose é a micose sistêmica mais prevalente da América Latina, causada por fungos do gênero Paracoccidioides spp. O fungo cresce como micélio no ambiente saprofítico, sendo a infecção causada por propágulos de micélio e ou conídios, que se diferenciam na forma leveduriforme no hospedeiro. O cobre é um micronutriente essencial para eucariotos e bactérias, de extrema importância a várias proteínas, sendo cofator de muitas enzimas e utilizado em diversos proces...

  9. Biodegradação dos pesticidas clorpirifós, metil paration e profenofós por fungos de origem marinha

    OpenAIRE

    Natália Alvarenga da Silva

    2013-01-01

    Neste trabalho, foi realizada uma triagem com os fungos marinhos Aspergillus sydowii CBMAI 934, Aspergillus sydowii CBMAI 935, Aspergillus sydowii 1241, Penicillium decaturense CBMAI 1234, Penicillium raistrickii CBMAI 931, Penicillium raistrickii CBMAI 1235 e Trichoderma sp. CBMAI 932 com o objetivo de avaliar o potencial enzimático destes micro-organismos frente à biodegradação dos pesticidas organofosforados clorpirifós, metil paration e profenofós. Os fungos selecionados para as reações e...

  10. Solubilização de fosfato por fungos do solo e eficiência de sua inoculação em caupi e milho

    OpenAIRE

    Gomezjurado, Marco Esteban Gudiño

    2014-01-01

    O processo da fixação biológica de nitrogênio em leguminosas é realizado por bactérias nodulíferas possuidoras da enzima nitrogenase, que catalisa a redução do nitrogênio molecular a amônio, que é assimilado pelas plantas. Apesar da alta diversidade do Reino Fungi, relatos sobre a solubilização de fosfatos por fungos têm se restringido aos gêneros Aspergillus e Penicillium. Isto se deve às técnicas usualmente utilizadas para isolamento que favorecem fungos com rápida c...

  11. Fungos filamentosos isolados da rizosfera de plantas nativas da caatinga e de cultivos de goiabeiras (Psidium guajava L.) sadias e infestadas por nematóides

    OpenAIRE

    SILVÉRIO, Michelline Lins

    2007-01-01

    Os fungos podem ser encontrados nos mais diversos habitats, incluindo a rizosfera, que é caracterizada pela intensa atividade microbiana. Na região do Vale do Submédio São Francisco (Petrolina, Pernambuco, Brasil) a goiabeira representa a terceira fruteira mais cultivada; entretanto, a cultura vem diminuindo drasticamente em produtividade e área plantada devido ao ataque das raízes por fitonematóides. Este trabalho teve como objetivo identificar espécies de fungos filamentosos ...

  12. Biodiversidade de fungos filamentosos em grãos de café cultivados em sistema orgânico e convencional

    OpenAIRE

    Couto, Fabiana Aparecida; Monteiro, Mônica Cristina Pereira; Silva, Daiani Maria da; Cirillo, Marcelo Ângelo; Batista, Luis Roberto

    2012-01-01

    Os frutos de café produzidos de forma orgânica ou convencional estão sujeitos à contaminação de diversas espécies de fungos que podem estar relacionados à má qualidade da bebida e à produção de micotoxinas. Realizou-se este estudo para identificar a biodiversidade de fungos filamentosos isolados nos grãos de café produzidos em fazendas orgânicas e convencionais de uma mesma localidade. Das 15 amostras analisadas, foram identificados 212 isolados, pertencentes a 11 diferentes gêner...

  13. Fungos endofíticos de Calotropis procera (AIT.) R. BR.: aspectos ecológicos e potencial antimicrobiano

    OpenAIRE

    NASCIMENTO, Tatianne Leite

    2010-01-01

    Fungos endofíticos são micro-organismos que colonizam assintomaticamente, intra e/ou intercelularmente, tecidos sadios de plantas em algum período do seu ciclo de vida. Estes despertaram grande interesse biotecnológico em virtude da aplicabilidade de seus metabólitos secundários na medicina, indústria e agricultura. Calotropis procera (Ait.) R. Br. (Apocynaceae) é uma planta medicinal muito utilizada nas regiões de origem (Ásia e África) com comprovado potencial farmacológico, ...

  14. Efeito de ZN, Cd e Cu no comportamento de fungos ectomicorrízicos em meio de cultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. H. Grazziotti

    2001-12-01

    Full Text Available Os fungos ectomicorrízicos são capazes de tolerar concentrações de metais pesados tóxicas às plantas hospedeiras, apesar de serem adversamente influenciados pelo excesso de alguns metais. Avaliou-se o crescimento de um isolado de Pisolithus tinctorius e outro de Suillus bovinus em meio de cultura líquido com doses crescentes de sais de Zn, Cu ou Cd adicionados individualmente em frascos de 125 mL que continham 50 mL de meio Mellin-Norkrans modificado (MNM, em pH 4,8. Os fungos cresceram por 20 dias em câmara de crescimento a 28ºC. O crescimento dos fungos foi inibido com a elevação das concentrações dos metais, porém de forma diferenciada. As concentrações suficientes para inibir 50% do crescimento foram de 2,71 x 10-3 mol L-1 de Zn, 1,18 x 10-3 mol L-1 de Cu e 12,2 x 10-6 mol L-1 de Cd, para o P. tinctorius, e de 2,15 x 10-3 mol L-1 de Zn, 0,12 x 10-3 mol L-1 de Cu e 7,2 x 10-6 mol L-1 de Cd, para o S. bovinus. O efeito inibitório dos metais sobre o crescimento dos fungos seguiu a seguinte ordem decrescente: Cd > Cu > Zn. O isolado de S. bovinus apresentou tolerância ao Zn similar à observada para o P. tinctorius, mas foi menos tolerante que este em relação aos outros dois metais. O crescimento de P. tinctorius foi favorecido por pequena dose de Cu. A produção de pigmentos extracelulares nestes isolados foi estimulada por todos os metais estudados. O P. tinctorius, o mais tolerante, produziu mais pigmentos extracelulares por grama de micélio, o que sugere a relação positiva entre a capacidade de produção de pigmentos e a tolerância aos metais.

  15. Classificação de lâminas de madeira de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara Elita Carneiro

    2013-04-01

    Full Text Available A busca por novas tecnologias que garantam a uniformidade da qualidade dos produtos tem se tornado constante, assim este trabalho teve como objetivo estudar a potencialidade de medidas espectroscópicas combinadas a ferramentas estatísticas para classificação de lâminas de madeiras de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores. As amostras foram coletadas em processo industrial, e observou-se que algumas lâminas estavam contaminadas por fungos manchadores. Assim, utilizou-se este material para investigar a influência dessa mancha azul em metodologias espectroscópicas e a possibilidade de discriminação dessa contaminação. Desse material contaminado foram capturados os espectros, na faixa de 400 a 1000 nm. Com esses dados, realizou-se uma análise exploratória por Componentes Principais (PCA e classificação via SIMCA, em que se verificou a discriminação eficiente em dois grupos, madeiras sadias e contaminadas. Observou-se que a técnica de espectroscopia óptica preenche os requisitos necessários para uma possível aplicação na classificação de lâminas no processo produtivo.

  16. Inquérito sobre fungos anemófilos na fronteira Brasil - Colômbia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simão Arão Pecher

    1988-06-01

    Full Text Available Foi realizado um inquérito, sobre fungos anemófllos, em três vilarejos situados na fronteira Brasil-Colômbia, zona muito quente e úmida, durante o mês de julho de 1978. Em apenas uma coleta feita, em diferentes pontos, foram cultivadas colônias pertencentes a dezoito gêneros diferentes de fungos anemófllos, com predominância de Mucor (64,3%, Cândida (54,8%, Rhodotorula (38,1% e Penicillium (38,1%.An inquiry of anemophilous fungi was carried out in small towns located at the Brasilian- Colombian border, a hot and humid zone, during the month of July, 1978. In just one collection, carried out at different sites, colonies were cultivated, and belonged to eighteen different species of anemophilous fungi with predominance of Mucor (64.3%, Candida (54.8%, Rhodotorula (38.1% and Penicillium (38.1%.

  17. Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares isolados de solos sob diferentes sistemas de uso na região do Alto Solimões na Amazônia

    OpenAIRE

    Silva,Gláucia Alves e; Siqueira,José Oswaldo; Stürmer,Sidney Luiz

    2009-01-01

    Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) são importantes componentes dos ecossistemas terrestres onde acredita-se desempenharem papel fundamental para a sustentabilidade destes. Estes fungos sofrem influência de diversos fatores antrópicos como o uso da terra, que modificam a estrutura e diversidade das comunidades podendo comprometer suas funções ecológicas. No presente estudo avaliou-se o comportamento de FMAs isolados de solos sob diferentes sistemas de uso (SUT). Fungos isolados de amos...

  18. Diversidade e aspectos ecológicos de fungos gasteróides (Basidiomycota) em quatros áreas de Mata Atlântica no Estado de Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Trierveliler Pereira, Larissa

    2011-01-01

    Os fungos gasteróides são caracterizados principalmente pelo basidioma angiocárpico e liberação passiva dos basidiosporos. Até o momento, 232 espécies de fungos gasteróides estão registradas para o Brasil, sendo que o conhecimento do grupo vem aumentando desde o início do século XXI. Com o objetivo de conhecer melhor estes organismos no Brasil, a diversidade e aspectos ecológicos de fungos gasteróides foram investigados em quatro remanescentes de Mata Atlântica no estado de Per...

  19. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área de mineração de bauxita em reabilitação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melloni Rogério

    2003-01-01

    Full Text Available Apesar de a mineração de bauxita causar grandes alterações nas características do solo, com efeitos negativos nas micorrizas arbusculares, os efeitos da reabilitação de áreas mineradas sobre os fungos micorrízicos arbusculares (MA e sua simbiose são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência, diversidade e eficiência dos fungos MA, em áreas de mineração de bauxita, com diferentes tipos de vegetação e idades de reabilitação. Amostras de solo da rizosfera foram coletadas para analisar o micélio fúngico extrarradicular, o número de esporos, a riqueza e diversidade de fungos MA e para avaliar a colonização micorrízica e eficiência simbiótica de populações fúngicas. A mineração afetou negativamente os fungos MA, sendo a recuperação destes mais relacionada com o tipo de vegetação do que com o tempo de reabilitação da área. Foram encontradas as espécies: Gigaspora margarita, Gigaspora sp., Paraglomus occultum, Glomus sp., Entrophospora colombiana e Acaulospora scrobiculata. A ocorrência desses fungos foi favorecida pela presença de gramíneas ede bracatinga. Embora Eucalyptus saligna não seja um bom hospedeiro para os fungos MA, quando associado a sub-bosque bem desenvolvido e diverso, contribuiu para a recuperação dos fungos. As populações fúngicas isoladas de áreas com braquiária e feijão-guandu ou de bracatinga com capim-gordura apresentaram elevada eficiência para o feijoeiro, mostrando que é possível recuperar a função deste grupo de microrganismos utilizando diferentes tipos de vegetação. Estes isolados apresentam potencial de utilização em programas de reabilitação de solos minerados.

  20. Occurrence of toxigenic fungi in herbal drugs Ocorrência de fungos toxigênicos em drogas vegetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Bugno

    2006-03-01

    Full Text Available The increase in the consumption of natural drugs have made their use a Public Health problem due to the possibility of access to products without adequate conditions of use. The concern with the quality of the natural products is due to the potential fungal contamination and the risk of the presence of mycotoxins. Ninety-one samples of medicinal plants were evaluated for the fungal contamination and the mycotoxigenic potential of Aspergillus and Penicillium isolated from the samples. Results indicated that predominant mycoflora was distributed in 10 genera. From these, 89.9% of the isolates corresponded to genera Aspergillus and Penicillium, which are extremely important from the mycotoxicological standpoint. 21.97% of the Aspergillus and Penicillium isolates proved to have the ability for producing aflatoxins (42.9%, ochratoxin A (22.4% and citrinine (34.7%. The presence of toxigenic moulds represents a potential risk of mycotoxin contamination and considering the worldwide increased use of herbal products as alternative medicines, it is necessary setting standards for toxigenic moulds in crude herbal drugs in order to reduce the risks for consumers' health.O aumento no consumo de produtos naturais transformou seu uso em um problema de Saúde Pública devido a possibilidade do acesso a produtos sem adequadas condições de uso. A preocupação com a qualidade dos produtos naturais é devida à potencialidade de contaminação por fungos e ao risco da presença de micotoxinas. Noventa e uma amostras de plantas medicinais foram avaliadas quanto à contaminação fungica e ao potencial micotoxigênico de Aspergillus e Penicillium isolados nestas amostras. Os resultados indicaram que a micoflora predominante esteve distribuída entre 10 gêneros. Entretanto, 89,9% dos isolados corresponderam aos gêneros Aspergillus e Penicillium, extremamente importantes do ponto de vista micotoxicológico. Verificou-se que 21,97% dos isolados de Aspergillus e

  1. Fungos filamentosos na água e formando biofilmes na rede de distribuição de água potável do Sistema Alto do Céu, Recife-PE/

    OpenAIRE

    OLIVEIRA, Helena Maria Bezerra de

    2010-01-01

    As várias questões em potencial associadas aos fungos em água de consumo incluem obstruções da canalização, alterações como odor, sabor, pigmentos, formação de biofilmes, disseminação de fungos patogênicos e produção de micotoxinas. As bactérias e os fungos têm sido bem sucedidos nesse meio por possuírem estratégias metabólicas que lhes permitem sobreviver em ambientes oligotróficos como água potável. Assim, algumas espécies de fungos podem ser encontradas habitando sistemas de distribuição d...

  2. Control de Sclerotinia sclerotiorum (lib. de Bary en Crisantemo y Habichuela con diferentes aislamientos de Trichoderma y con fungicidas Control of Sclerotínía sclerotíorum (lib de Bary in Chrysanthemum and snap bean with different isolates of Tríchoderma and with fungicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delgado de Kallman Liliana

    1990-12-01

    Full Text Available

    El trabajo consistió en seleccionar, incrementar, aplicar y evaluar la actividad antagónica de algunos aislamientos· del género Tríehoderma sobre el patógeno Scterotinía scterotiorum in vitro y en el campo en cultivos de crisantemo y habichuela, así como evaluar la eficiencia de algunos fungicidas en el control de las mismas enfermedades. Los aislamientos T10 de Tríchoderma víríde y T12 de Tríehoderma hamatúm se seleccionaron como los mejores antagonistas
    del patógeno por su mayor inhibición del crecimiento del micelio, sobre la formaéión de esclerociós y la mayor esporulación sobre el patógeno. Los aislamientos con mayor
    capacidad antagonista se evaluaron en el campo. Se evidenció la existencia de diferencias marcadas en el antagonismo entre los aislamientos de Tríehoderma utilizados. En los ensayos de campo se estableció que la
    enfermedad se presentó en el primero y segundo
    tercio de la planta, lo que indica que el control con fungicidas debe ir dirigido preferencialmente a esas partes de la planta. Se evalu6 además la eficiencia de las aplicaciones de los fungicidas Ferbam, Carbendazim y Vinclozolin y·se observo que en el ensayo de crisantemo bajo invernadero, el mejor control se logr6 cuando· se aplicó Carbendazim al suelo durante la primera semana de siembra combinado con cinco aspersiones sucesivas de Vinclozolin al follaje cada siete días a partir de la sexta semana. Al comparar el mejor tratamiento químico con el mejor antagonista biológico no se obtuvieron diferencias significativas entre ambos tipos de tratamíento.

    The objetive of this study was to select. increase and apply sorne isolates of Tríchoderma, and to evaluate their antagonistic activity against Sclerotínía sclerotíorum in vitro and in the field in chrysanthemum and snap beans. It was also intended to evaluate the efficiency of some fungicides in the control of those diseases. The isolates T10 of Tríchoderma víríde and T12 of Tríchoderma harzíanum were selected as the best antagonists for the greatest inhibition of mycelial growth. influence in the sclerotia production and sporulation of the pathogen. The isolates with a better antagonistic capacity were evaluated in the field. Significant diffarences were observed in the antagonistic effect between the isolates of Tríchoderma. In field experiments the part of the plant most frequently affected was the upper part so that the application of fungicides should be targeted mainly to that plant  part. The etficiency of application of. the fugicides ferbam, carbendazim and vizclozolin was also observed. The best control in the chrysanthemum trials was observed with a soil application of carbendazim during the first week after planting followed by five weekly applications to the foliage after the
    sixth week. When the best chemical treatment was comparad with the best antagonists differences between the two types of treatment were not observed.

  3. Fungos micorrízicos arbusculares em bananeiras cultivadas no Vale do Submédio São Francisco

    OpenAIRE

    Melo,Adriana Mayumi Yano de; Maia,Leonor Costa; Morgado,Luiz Balbino

    1997-01-01

    Na região do Vale do São Francisco, onde a exploração da agricultura irrigada é a principal responsável pela alta produção de frutas para exportação, a banana é uma das culturas que mais tem se expandido em área cultivada. Com o objetivo de registrar os fungos micorrízicos arbusculares associados a essa cultura, foram coletadas, sob a parte aérea da bananeira, amostras de solo da rizosfera, em quatro áreas com diferentes características de solo, sendo identificadas as espécies: Acaulospora lo...

  4. Abordagem proteômica para estudos de fotobiologia e fotoinativação de fungos

    OpenAIRE

    Guilherme Thomaz Pereira Brancini

    2015-01-01

    A proteômica é uma técnica muito importante e amplamente utilizada na elucidação de diversos mecanismos biológicos. Essa técnica pode ser usada, por exemplo, na avaliação da resposta celular a estímulos ou na determinação de modificações proteicas resultantes de um tratamento. Neste trabalho, a abordagem proteômica foi utilizada em dois sistemas diferentes: (1) na elucidação da resposta à luz no fungo Metarhizium acridum e (2) na determinação dos danos proteicos causados pelo tratamento fotod...

  5. Fungos endofíticos de Eugenia dysenterica DC como biocontroladores de fitopatógenos in vitro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Martins Malta

    2015-12-01

    Full Text Available Os micro-organismos antagonistas (bactérias, leveduras e fungos filamentosos têm a capacidade de exercer um efeito antagonista sobre diferentes patógenos sendo empregados para controlar diversas enfermidades de frutos e vegetais. Este estudo objetivou isolar e testar microrganismos presentes em Eugenia dysenterica DC contra Aspergillus parasiticus, Colletotrichum gloeosporioides e Monilinia fructicola e in vitro. Foram coletados caules e folhas de 30 indivíduos de Cagaiteira. Os fragmentos vegetais passaram por desinfecção superficial, de acordo com o proposto por Rosa, et. al, (2010. Os fragmentos foram inoculados em placas de Petri contendo ágar Batata a 25-28 ºC por um período de até 60 dias. Os 263 endofíticos obtidos foram purificados e avaliados quanto ao seu potencial de inibição por produção de substâncias difusíveis e voláteis. Um total de 96 dos isolados, demonstraram atividade antagonista contra os fitopatógenos. Sendo 45 isolados capazes de inibir o crescimento do fitopatógeno A. parasiticus. Contra o fitopatógeno C. gloeosporioides 68 endofíticos apresentaram atividade antagonista. Já contra o fitopatógeno M. fructicola apenas 17 fungos foram capazes de exercer efeito inibitório. Os isolados obtidos apresentaram potencial para produção de substâncias bioativas contra estes fitopatógenos.

  6. Fungos micorrízicos arbusculares em um latossolo vermelho sob manejos e usos no cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dorotéia Alves Ferreira

    2012-02-01

    Full Text Available As modificações nas comunidades de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs induzidas por mudança de uso do solo e por diferentes usos agrícolas ainda são insuficientemente estudadas, particularmente no Cerrado. O presente estudo teve como objetivo avaliar como a interferência antrópica pelo manejo e mudança de uso do solo atua sobre a densidade de esporos e diversidade dos FMAs em um Latossolo Vermelho distroférrico de Cerrado. O estudo avaliou cinco áreas: Mata Ciliar (MC, Borda da Mata (BM, Pastagem (Past, Plantio Direto (PD e Área Desmatada (AD. Foram retirados 20 pontos amostrais, em delineamento inteiramente casualizado, para avaliação da densidade de esporos e diversidade de FMAs. Cada ponto amostral representava uma área de 250 m² dentro de cada área. A área com o sistema de PD e a AD apresentaram menor densidade de esporos recuperados e baixa colonização micorrízica em relação às demais áreas devido à baixa quantidade de plantas vegetando nelas. As famílias de FMAs que apresentaram maior ocorrência nas áreas estudadas foram Acaulosporaceae, Glomeraceae e Gigasporaceae, sendo as duas primeiras dominantes nos ambientes menos antropizados de MC e BM. As espécies de FMAs de maior ocorrência foram Acaulospora scrobiculata, Glomus macrocarpum e Acaulospora tuberculata; as duas primeiras apareceram em todas as áreas, e a terceira apenas não ocorreu na área de PD. Essas espécies mostraram grande capacidade de adaptação aos ambientes alterados. As espécies Acaulospora rehmii, Acaulospora sp.3, Glomus etunicatum, Glomus tortuosum, Glomus sp.1, Gigaspora sp.2 e Scutellospora heterogama apresentaram baixa ocorrência, sendo recuperadas somente em uma das áreas estudadas. A área com maior densidade e ocorrência de espécies foi a Past, com 414 esporos (indivíduos e 11 espécies. As áreas extremas quanto à diversidade de Shannon (H' foram a Past e a BM, com maior e menor índices, respectivamente. A an

  7. Physiological and sanity seed quality of common beans (Phaseolus vulgaris L. from Goias state / Qualidade fisiológica e sanitária de sementes de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. provenientes do estado de Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myrna Hilal Moraes

    2008-08-01

    Full Text Available The common beans (Phaseolus vulgaris L. is a fabacea sufficiently spread out in all domestic territory. However, the quality of its seeds represents one of the main causes of low productivity in the beans farmings in Brazil. The objective of this work was to evaluate physiological and sanitary seed qualities of eleven bean cultivars. The physiological seed quality was evaluated trough standard germination and vigor tests. The sanitary seed quality was evaluated through two tests: blotter test was employed to evaluate fungi incidence and “Koch & Menten” method was employed to observe Sclerotinia sclerotiorum (Lib de Bary occurrence. Xamego, BRS Valente, Bambu and Pérola had the best results of physiological tests. Jalo Precoce, Roxo 90, Corrente and Aporé had no good results of vigor and germination, besides presenting the lowest indices of died seeds. Fusarium sp., Aspergillus spp., Penicillium sp., Phoma sp., Rhizopus sp. and Botrytis sp. were the fungi detected in the sanity tests.O feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L. é uma fabacea bastante difundida em todo território nacional. A baixa qualidade de suas sementes representa uma das principais causas de baixa produtividade nas lavouras de feijão no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica e sanitária de sementes de nove cultivares de feijão provenientes do Estado de Goiás. A qualidade fisiológica das sementes foi avaliada através dos testes de germinação e vigor, e a análise sanitária, através dos métodos de papel de filtro, para verificar a ocorrência de fungos em geral, e do método de Koch e Menten, para a avaliação de Sclerotinia sclerotiorum (Lib de Bary. As cultivares que tiveram os melhores desempenhos nos testes fisiológicos foram Xamego, BRS Radiante, Bambu e Pérola. As cultivares Jalo Precoce, Roxo 90, Corrente e Aporé apresentaram baixos índices de vigor e germinação de plântulas normais, além de apresentarem os maiores

  8. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área de mineração de bauxita em reabilitação

    OpenAIRE

    Melloni, Rogério; Siqueira, José Oswaldo; Moreira, Fátima Maria de Souza

    2003-01-01

    Apesar de a mineração de bauxita causar grandes alterações nas características do solo, com efeitos negativos nas micorrizas arbusculares, os efeitos da reabilitação de áreas mineradas sobre os fungos micorrízicos arbusculares (MA) e sua simbiose são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência, diversidade e eficiência dos fungos MA, em áreas de mineração de bauxita, com diferentes tipos de vegetação e idades de reabilitação. Amostras de solo da rizosfera foram coleta...

  9. Detecção, transmissão e patogenicidade de fungos em sementes de angico-vermelho (Parapiptadenia rigida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caciara Gonzatto Maciel

    2012-12-01

    Full Text Available Angico-vermelho (Parapiptadenia rigida (Benth. Brenan é uma espécie nativa de grande valor ecológico e econômico, importante para a recomposição de áreas degradadas. O presente trabalho avaliou incidência, transmissão e patogenicidade de fungos associados a sementes de angico-vermelho de distintas procedências do Estado do Rio Grande do Sul. Para isso, utilizaram-se três amostras de sementes, com as quais realizaram-se testes de germinação, sanidade empregando-se o método do papel-filtro (PF e de plaqueamento em batata-dextrose-ágar (BDA, transmissão e patogenicidade dos fungos. A germinação das sementes de angico-vermelho variou de 63 a 91 %. Os fungos considerados potencialmente patogênicos encontrados associados as sementes de angico-vermelho foram: Alternaria sp.; Botrytis sp.; Fusarium sp.; Cladosporium sp. e Pestalotia sp.; sendo que Fusarium sp. foi detectado em todas as amostras pelo método PF, e foi transmitido via semente causando má formação do sistema radicular e dos cotilédones e tombamento de pré emergência. Sua patogenicidade foi confirmada.

  10. Pesquisa de fungos em 20 pacientes com polipose nasossinusal Fungal research in 20 patientes with nasal polyposis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla R. Monteiro

    2002-10-01

    Full Text Available Introdução: Polipose nasossinusal é uma doença freqüente na prática clínica otorrinolaringológica. Sua associação com fungos, porém, tem recebido mais atenção apenas nos últimos 20 anos, principalmente após o reconhecimento da sinusite fúngica alérgica. Objetivo: Identificar a presença de fungos nos seios paranasais de pacientes portadores de polipose nasossinusal e analisar a reatividade destes pacientes para aeroalérgenos. Forma de Estudo: Clínico prospectivo. Material e Método: Avaliamos de forma prospectiva 20 pacientes com diagnóstico de polipose nasossinusal, que se apresentaram ao ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Durante o tratamento cirúrgico, a secreção removida dos seios paranasais foi colocada em Sabouraud com cloranfenicol e submetida à análise histopatológica. Foram dosados níveis séricos de IgE total, IgE específica para Aspergillus fumigatus e contagem de eosinófilos do sangue periférico. Testes cutâneos com antígenos de Dermatophagoides pteronyssinus, Dermatophagoides farinae, Blomia tropicalis, Blattella germânica, Blattella americana e Aspergillus fumigatus foram realizados .Resultados: Seis pacientes (30% apresentaram crescimento fúngico, sendo quatro Aspergillus sp, um Candida tropicalis e outro Cladophialophora carrionii. Treze (68,42% apresentaram teste de puntura positivo para os aeroalérgenos acima citados. Em dez pacientes (50% foi encontrada eosinofilia. Níveis séricos elevados de IgE total foram encontrados em oito (44,4%. Nível sérico elevado de IgE específica para Aspergillus fumigatus foi encontrado em apenas um. Conclusão: Salientamos a importância da pesquisa de fungos e de uma investigação do sistema imune nos pacientes com polipose nasossinusal para ser feito um diagnóstico preciso e tratamento adequado.Introduction: Nasal polyposis is a frequent disease in the otolaryngology clinical practice. The association

  11. Sensibilidade de fungos entomopatogênicos a agroquímicos usados no manejo da cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Aparecida Alves Botelho

    2011-01-01

    Full Text Available Os agroquímicos empregados no manejo da cana-de-açúcar podem afetar a ação de fungos entomopatogênicos usados no controle biológico de pragas da cultura. Este trabalho teve por objetivo investigar se os inseticidas, herbicidas e maturadores utilizados no manejo da cana-de-açúcar têm efeito tóxico sobre os fungos Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae. Foram utilizados os inseticidas thiametoxan, aldicarbe e fipronil, os herbicidas imazapir, diuron, metribuzin, hexazinone+diuron, clomazone+ametrina, 2,4 diclorofenoxiacético e glifosato, e os maturadores etil-trinexapac, sulfometurom-metílico e glifosato também. Os fungos foram cultivados em meio de cultura batata-dextrose-ágar contendo os agroquímicos. Avaliou-se o crescimento micelial, a produção e viabilidade dos conídios, e fez-se a avaliação da toxicidade dos agroquímicos. O inseticida à base de thiametoxan foi considerado compatível, pois não afetou o crescimento micelial, a produção e a viabilidade dos conídios dos dois fungos. O inseticida formulado com fipronil se mostrou parcialmente tóxico para os fungos, sendo considerado moderadamente compatível, enquanto o aldicarbe foi considerado tóxico. Os herbicidas avaliados afetaram o crescimento micelial, a produção e a viabilidade dos conídios dos entomopatógenos e foram classificados como tóxicos, mas aqueles formulados com imazapir, glifosato e metribuzim foram considerados compatíveis. Entre os agroquímicos usados como maturadores apenas o glifosato foi classificado como compatível. Os agroquímicos usados no manejo da cana-de-açúcar, e que foram testados neste estudo, têm majoritariamente efeito tóxico sobre B. bassiana e M. anisopliae podendo comprometer sua ação como bioagentes de controle de pragas da cultura.

  12. Onicomicoses por fungos emergentes: análise clínica, diagnóstico laboratorial e revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araújo Adauto José Gonçalves de

    2003-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: As dermatomicoses causadas por fungos emergentes são entidades clínicas raras, à exceção das onicomicoses. Como certos fungos e leveduras podem residir na pele, a positividade em culturas de escamas ungueais deve ser interpretada obrigatoriamente em concordância com os respectivos dados clínicos, exames diretos das amostras, quantificação das colônias isoladas em relação aos pontos de inoculação e, principalmente, deve a positividade ser mantida após a repetição dos cultivos. A invasão da unha por fungos não dermatofíticos (nondermatophytic molds, NDM em diferentes estudos varia de 1,45% a 17,6%. OBJETIVOS: Os objetivos do trabalho são mostrar a ocorrência e realçar a importância dos fungos emergentes como causadores de onicomicose. MÉTODOS: As unhas dos pacientes atendidos nos consultórios dos dermatologistas foram examinadas, e, caso houvesse suspeita clínica de onicomicose, coletavam-se amostras que eram enviadas para exame micológico no laboratório. RESULTADOS: Neste estudo, foram avaliados 2.271 pacientes e diagnosticada onicomicose em 400 deles, sendo 264 com acometimento das unhas do pé, e 136 das unhas da mão. O agente etiológico foi confirmado pelo exame micológico direto e crescimento em cultura. A onicomicose por fungos emergentes representou 4,5% de todas as infecções de unha. Foram detectadas as leveduras do gênero Candida (49% como agentes etiológicos mais freqüentes de onicomicoses nas unhas das mãos e em mulheres. Em contraste, os dermatófitos foram os mais freqüentes de todas as onicomicoses dos pés, no total de 186 (46,5%. CONCLUSÃO: Ao contrário da rotina diagnóstica hoje utilizada, concluiu-se que o diagnóstico correto do agente etiológico da onicomicose não dermatofítica deve obedecer a determinados critérios, dos quais se destaca o conjunto formado pela positividade no exame direto, na cultura, com comprovação na repetição do exame.

  13. Fungos micorrízicos arbusculares em fitofisionomias do Pantanal da Nhecolândia, Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Plínio Henrique Oliveira Gomide

    2014-08-01

    Full Text Available O bioma Pantanal é reconhecido como uma das maiores extensões úmidas contínua do planeta, com fauna e flora de rara beleza e abundância. Estudos para acessar a diversidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMA nesse ambiente são inexistentes. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência de FMA nas diferentes fitofisionomias do Pantanal da Nhecolândia, Mato Grosso do Sul. Foram coletadas amostras de solo no período seco e chuvoso em um Neossolo Quartzarênico, em fitofisionomias sujeitas a distintos regimes de inundação: livres de inundação - Floresta Semidecídua (FS e Cerradão (CE; sujeitos à inundação ocasional - Campo limpo, predominando Elyonorus muticus (CLE e Cerrado (CC; e sujeitos à inundação sazonal - Campo limpo, predominando Andropogon spp. (CLA, borda de baias (BB e vazante/baixadas (VB. Culturas armadilhas foram estabelecidas com Brachiaria brizantha para recuperar espécies crípticas de FMA. De cada amostra de solo, foram realizadas a caracterização química do solo e extração dos esporos de FMA para determinar abundância, riqueza e identificação das espécies. Um total de 37 espécies de FMA, pertencentes a 10 gêneros e seis famílias foram detectadas nas duas estações de coleta. O número de esporos variou significativamente entre as fitofisionomias, e os maiores valores foram encontrados em CE e CLA. A maior riqueza específica foi detectada em CC (25 espécies seguida de VB e CE com 22 e 21 espécies, respectivamente. Os resultados deste estudo sugeriram que a diversidade dos FMA está relacionada com a heterogeneidade existente entre as fitofisionomias, e que características químicas do solo têm influência na estruturação das comunidades desses fungos. Considerando que o bioma Pantanal é um dos ecossistemas mais conservado do planeta, o levantamento de ocorrência de FMA realizado neste trabalho forneceu informações importantes para melhor conhecimento da biodiversidade das

  14. DESENVOLVIMENTO DE AUTOMAÇÃO PARA IDENTIFICAÇÃO MACROSCÓPICA DE FUNGOS FILAMENTOSOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Gonçalves PILTA

    2015-12-01

    Full Text Available O Desenvolvimento de automação para identificação macroscópica de fungos filamentosos trata-se de um equipamento cujo objetivo é automatizar o processo de identificação de imagens de forma eficiente, auxiliando desta forma a área de Biomedicina. O sistema foi alimentado com até seis plaquetas que conterão as amostras coletadas a serem analisadas. Estas amostras estarão em um magazine com movimento vertical por meio de um atuador acionado por um sensor indutivo na presença de uma plaqueta. O atuador desliza a plaqueta do magazine até a esteira aonde é tirada uma fotografia, e posteriormente é feita uma análise comparando-se com um banco de dados de imagens pré-selecionadas. Em seguida, a plaqueta avança sendo depositada em um reservatório. Este trabalho tem aplicação em laboratórios de bioanálise: aumentando a qualidade das análises, melhorando sua precisão, diminuindo o tempo e erros das análises e obtendo assim uma maior credibilidade dentro do mercado da biomedicina.

  15. Fungos micorrízicos arbusculares em diferentes coberturas florestais em Vitória da Conquista, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Soares dos Santos

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs são organismos mutualistas obrigatórios, que facilitam a sobrevivência e o desenvolvimento de plantas. São influenciados pela cobertura florestal e por outros fatores bióticos e abióticos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição e a diversidade dos FMAs em solo sob três diferentes coberturas florestais, em Vitória da Conquista-BA. O plantio de Madeira-nova apresentou maior abundância de esporos que o plantio de Eucalipto. O fragmento de Mata nativa apresentou um grande número de espécies quando comparado com os plantios, sendo seis exclusivas deste local e com potencial de apresentar uma maior diversidade. Os FMAs apresentaram diferenças marcantes de composição e diversidade nas coberturas florestais avaliadas. A grande abundância de esporos e a homogeneidade amostral das espécies no plantio de Madeira-nova são fatores facilitadores para um futuro isolamento de FMAs.

  16. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área poluída com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Klauberg-Filho

    2002-03-01

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ocorrem de forma generalizada e formam importante simbiose com a maioria das plantas, mesmo em solos poluídos com metais pesados. Neste estudo, avaliaram-se a ocorrência e a diversidade dos FMAs em quatro locais com gramíneas em uma área de solo contaminado com metais pesados pela extração e industrialização do Zn. Verificou-se a ocorrência generalizada dos FMAs nos locais estudados, sendo esta influenciada pelas concentrações de metais no solo. Encontrou-se um total de 21 espécies, sendo: sete pertencentes ao gênero Acaulospora, seis de Scutellospora, cinco de Glomus, duas de Gigaspora e uma de Entrophospora,Glomus occultum, Acaulospora morrowiae, Acaulospora mellea, Glomus intraradices, Glomus clarum e Scutellospora pellucida foram as de maior ocorrência. A densidade de esporos, a riqueza de espécies e o aumento da dominância relacionaram-se inversamente com as concentrações de metais no solo. Acaulospora mellea, Glomus clarum e Glomus occultum dominaram as populações de esporos no solo. Concluiu-se que os metais pesados exerceram efeito diferenciado sobre os FMAs, dependendo do grau de poluição.

  17. Fungos associados às sementes de Acca sellowiana: efeitos na qualidade fisiológica das sementes e transmissão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Spolaor Fantinel

    2017-12-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar o efeito de fungos na qualidade fisiológica de sementes de goiaba-serrana, e determinar os possíveis prejuízos no desenvolvimento inicial de mudas dessa espécie. Para análise fisiológica das sementes, foi realizado teste de germinação, a 25 ºC e fotoperíodo de 12 h, por 30 dias; sendo avaliadas a porcentagem e a velocidade de germinação. Inicialmente, as sementes foram subdivididas, sendo uma parte submetida à assepsia superficial com álcool 70%, hipoclorito de sódio 1% com posterior lavagem em água destilada e outra não. Para a avaliação das plântulas foi realizado teste de emergência de plântulas em viveiro, por 60 dias. Foram avaliadas a porcentagem de emergência, a massa verde e a massa seca de plântulas, e identificados os fungos. Os fungos interferiram na porcentagem de plântulas normais. Aspergillus sp., Colletotrichum gloeosporioides, Fusarium sp., Penicillium sp. e Phomopsis sp. associam-se com sementes não germinadas de goiaba-serrana, sendo prejudiciais à sua qualidade fisiológica. C. gloeosporioides e Fusarium sp. são transmitidos de sementes para plântulas, causando lesões necróticas nos cotilédones e má formação de raízes respectivamente.

  18. Fungitoxicidade dos extratos vegetais e do óleo essencial de Lippia gracilis Schauer sobre o fungo Monosporascus cannonballus Pollack e Uecker

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Cristina Borges Fernandes

    2015-06-01

    Full Text Available Alecrim da Chapada (Lippia gracilis Schauer é considerada uma planta rica em óleo essencial e possui atividade antimicrobiana comprovada, devido aos monoterpenos fenólicos carvacrol e timol. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito in vitro do óleo essencial e dos extratos etanólicos de raízes e folhas de L. gracilis no controle do fungo Monosporasccus cannonballus, causador do colapso do meloeiro. O extratos foram testados nas concentrações de 2500, 5000 e 7500 ppm e o óleo essencial de L. gracilis foi avaliado nas concentrações 255, 340 e 425 ppm tendo também um controle positivo com o fungicida comercial Captan(r e um negativo apenas com meio BDA (batata, dextrose, ágar. Discos de micélio com 3 mm de diâmetro foram inoculados no centro de placas de Petri e as medições do crescimento micelial do fungo foram realizadas 48 horas após a montagem do experimento. Verificou-se que o óleo essencial de L. gracilis nas três concentrações testadas foi eficiente para o controle do fungo, com percentuais de inibição de 100%, em comparação ao tratamento com o controle negativo (0% que não apresentou inibição. O extrato radicular, nas concentrações de 5000 e 7500 ppm e o extrato foliar na concentração de 7500 ppm também proporcionaram um percentual de inibição de 100%.

  19. Substratos e fungo micorrízico arbuscular em mudas micropropagadas de bananeira na fase de aclimatação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trindade Aldo Vilar

    2003-01-01

    Full Text Available Visando a avaliar diferentes substratos na formação de mudas de bananeira e seu efeito na resposta da planta à inoculação do fungo micorrízico Gigaspora margarita, foi conduzido um experimento em estufa de aclimatação da Biofábrica CAMPO - CPA/Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, Bahia. Foram testados 13 substratos, com e sem inoculação do fungo, em plântulas na fase de aclimatação. A inoculação foi realizada no momento do transplante e, após 55 dias de cultivo, obtiveram-se dados de crescimento, nutrição mineral e colonização micorrízica. O fungo micorrízico arbuscular (FMA Gigaspora margarita colonizou intensamente e mostrou-se benéfico para o desenvolvimento das mudas de bananeira, sendo o seu efeito modulado pelo substrato de crescimento; o substrato turfa + vermiculita + 5% de esterco destacou-se entre os melhores para a formação de mudas normais e sadias, mas só quando associado à inoculação do FMA; o uso de substrato comercial Rendmax Citrus promoveu o melhor desenvolvimento das mudas, mas inibiu a colonização e o efeito da micorriza; a complementação mineral do Rendmax Citrus não se mostrou necessária para o cultivo de mudas de bananeira; o uso de vermicomposto mostrou-se promissor para a produção de mudas de bananeira, permitindo o efeito da inoculação com FMA.

  20. Hyphomycetes (fungos conidiais associados a briófitas em decomposição Hyphomycetes (conidial fungi associated with decomposing bryophytes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Ana Piccolo Grandi

    2008-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar quais Hyphomycetes participam da decomposição de briófitas, foram feitas coletas esporádicas de exemplares das plantas no Instituto de Botânica, Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo, SP e na Reserva Biológica de Paranapiacaba, Santo André, SP, de setembro/2001 a fevereiro/2006. Foram coletadas oito espécies de briófitas e aplicada a técnica da lavagem sucessiva de substratos para isolamento dos fungos. Foram identificados 17 táxons de Hyphomycetes. Os fungos obtidos já foram encontrados no folhedo de várias plantas vasculares mas estão sendo referidos, no Brasil, pela primeira vez sobre briófitas. Merece destaque o isolamento de Arthrobotrys oligospora Fresen. e Monacrosporium aphrobrochum (Drechsler Subram., que apresentam estruturas para aprisionar nematóides, mostrando que em briófitas em decomposição ocorrem representantes de fungos conidiais predadores de nematóides.Bryophyte specimens were collected occasionally at the Botanical Institute, Fontes do Ipiranga State Park, São Paulo, SP and Paranapiacaba Biological Reserve, Santo André, SP, from September 2001 to February 2006, aiming to verify which Hyphomycetes take part in bryophyte decomposition. Eight species of bryophytes were collected and the technique of successive washing was applied to plant material to isolate the fungi. Seventeen taxa of Hyphomycetes were isolated. These fungi were previously recorded on leaf litter of vascular plants but this is the first time they are reported on bryophytes in Brazil. It is relevant to note that Arthrobotrys oligospora Fresen. and Monacrosporium aphrobrochum (Drechsler Subram. were isolated and these fungi have structures to capture nematodes, showing that nematode predatory conidial fungi can occur on dead bryophytes.

  1. Transmission of entomopathogenic fungi on banana weevil controlTransmissão de fungo entomopatogênico no controle da broca do rizoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Antonio Lema López

    Full Text Available The aim of this study was to assess the transmission of the entomopathogenic fungus Beauveria bassiana among adults of banana weevil (Cosmopolites sordidus in the field. C. sordidus healthy adults were marked and released on the basis of banana plants. Two days later insects marked and inoculated with the entomopathogenic fungus were released in the same area. Pseudostem traps were placed at 7, 14, 21 and 28 days for recover of released insects and to evaluate the mortality. It was observed that 3.7% of the non inoculated insects died due to pathogen infection caracterizing B. bassiana transmission between inoculated and healthy insects due to an increase in natural pre-existing prevalescence that was 0.3% of infected insects.O objetivo deste trabalho foi avaliar a transmissão do fungo entomopatogênico (Beauveria bassiana entre adultos da broca do rizoma (Cosmopolites sordidus em condições de campo. Insetos adultos e sadios de C. sordidus foram marcados e liberados na base de touceiras de bananeiras e dois dias após na mesma área foram liberados insetos marcados e inoculados com o fungo B. bassiana. Aos 7, 14, 21 e 28 dias armadilhas de pseudocaule foram utilizadas para a recaptura dos insetos e determinação da mortalidade pelo fungo. Observou-se uma porcentagem de infecção de 3,7% dos insetos sadios recuperados, caracterizando a transmissão de B. bassiana entre insetos inoculados e sadios devido ao aumento da prevalência natural preexistente que era de 0,3 % de insetos doentes.

  2. Produção de enzimas extracelulares por fungos associados à decomposição materiais vegetais em riachos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Barros Aguiar Silva

    2015-12-01

    Full Text Available As celulases e xilanases fúngicas, derivadas de sua habilidade degradativa e excretadas, em geral, para o meio, despertam interesse biotecnológico por terem um largo espectro de aplicação. Objetivou-se verificar a produção das enzimas celulase e xilanase por fungos filamentosos isolados de detritos foliares alóctone em um córrego no Cerrado. Os testes foram realizados com 100 cepas utilizando meio de cultura sintético contendo, como única fonte de carbono, carboximetilcelulose e xilana, para celulase e xilanase, respectivamente. Foram realizados inóculos no centro das placas e armazenadas por 4 dias em BOD a 28°C e submetido a choque térmico em estufa a 50°C por 16 horas. Para melhor visualização do halo de hidrólise as placas foram coradas com solução de vermelho congo e lavadas com solução de NaCl. Dos fungos testados 69% apresentaram resultado positivo para celulase dos quais 23% foram consideramos com potencial para aplicação em biotecnologia. Não houve resultados positivos para a produção da enzima xilanase. Os fungos testados, associados ao processo de decomposição de matéria orgânica vegetal, apresentaram produção da enzima celulase, mas não da enzima xilanase.

  3. Growth of symbiont fungi of some higher attine ants in mineral medium Crescimento do fungo simbionte de alguns attine superiores em meio mineral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alci Enimar Loeck

    2004-02-01

    Full Text Available Bioassays were conducted to verify the possibility of culturing the symbiont fungus of some higher attine in mineral medium and finding out the optimum pH value for their satisfactory mycelial growth. Three organic media and one mineral medium were inoculated with isolates from Atta sexdens piriventris and Acromyrmex heyeri. In mineral medium different values of pH (4.0, 5.0, 6.0 and 7.0 were tested with isolates from A. laevigata and A. laticeps. The behavior of isolates (colony diameter was different in the mineral medium. However, even the one which grew the least of all provided enough mycelial for RAPD analysis. The best range of pH for fungal growth in mineral medium was between 4.0 and 5.0Foram conduzidos bioensaios para verificar a possibilidade de cultivar o fungo simbionte de alguns attine superiores em meio mineral e obter um valor de pH ótimo para o seu crescimento micelial. Três meios orgânicos e um meio mineral foram testados, avaliando-se o crescimento (diâmetro da colônia de isolados de fungos de Atta sexdens piriventris e Acromyrmex heyeri. No meio mineral, diferentes valores de pH (4,0, 5,0, 6,0 and 7,0 foram avaliados, por meio do mesmo parâmetro anterior, com isolados de fungos de A. laevigata e A. laticeps. No meio mineral, os isolados testados apresentaram crescimento diferenciado, entretanto mesmo aquele que menos cresceu, forneceu material suficiente para as análises de RAPD. No mesmo meio, verificou-se que a melhor faixa de pH para o crescimento micelial está entre 4,0 e 5,0.

  4. Recensão crítica do livro 'Exposição a fungos dos trabalhadores dos ginásios com piscina', de Carla S. C. Viegas

    OpenAIRE

    Santos, Carlos Silva

    2012-01-01

    A amplitude e diversidade dos agentes micóticos, fatores de risco profissional de um grupo particular de trabalhadores, é claramente esplanada na revisão bibliográfica que, de uma forma pedagógica e descritiva, refere as características essenciais das espécies fúngicas patogénicas para o Homem, nomeadamente fungos dermatófilos, leveduras e fungos filamentosos não dermatófilos. A prevalência de Tínea pedis e onicomicose, os fatores predisponentes e o contexto profissional dos ginásios co...

  5. Classificação de lâminas de madeira de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores Classification of Pinus spp. veneers wood contaminated by blue stain fungi

    OpenAIRE

    Mayara Elita Carneiro; Washington Luiz Esteves Magalhães; Nisgoski Silvana; Graciela Inês Bolzon Muñiz

    2013-01-01

    A busca por novas tecnologias que garantam a uniformidade da qualidade dos produtos tem se tornado constante, assim este trabalho teve como objetivo estudar a potencialidade de medidas espectroscópicas combinadas a ferramentas estatísticas para classificação de lâminas de madeiras de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores. As amostras foram coletadas em processo industrial, e observou-se que algumas lâminas estavam contaminadas por fungos manchadores. Assim, utilizou-se este material ...

  6. Estudo químico de cianobactérias marinhas e do cultivo misto entre a linhagem Geitlerinema sp CENA556 e o fungo Trichoderma atroviride, endófito da alga marinha Bostrychia tenella

    OpenAIRE

    Ezequiane Machado da Silva

    2016-01-01

    Organismos marinhos são reconhecidos como um rico reservatório de produtos naturais com estruturas moleculares excepcionais. Neste contexto, cianobactérias e fungos endofíticos emergiram como uma fonte promissora de substâncias bioativas. O objetivo deste trabalho foi buscar por substâncias biologicamente ativas a partir de linhagem de cianobactérias marinhas coletadas em Ubatuba, litoral do estado de São Paulo (Brasil) e explorar o potencial biossintético do fungo Trichoderma atroviride (end...

  7. Monitoramento de fungos no ar comparação da quantidade de elementos fúngicos viáveis em dois centros de Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas (TCTH) em Porto Alegre

    OpenAIRE

    Caroline Pellicioli Brun

    2011-01-01

    Infecções fúngicas invasivas têm emergido como causa de alta morbimortalidade entre pacientes com neoplasia hematológicas, principalmente os submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH). Fungos estão onipresentes na natureza, logo, medidas com o objetivo de reduzir a carga fúngica em ambientes hospitalares têm sido preconizadas. No presente estudo, foi realizada coleta de fungos no ar em dois centros de referência em TCTH do sul do Brasil, que possuem instalações distintas...

  8. Análise proteômica da fase leveduriforme do fungo patogênico Paracoccidioides sp durante a privação de nitrogênio

    OpenAIRE

    Cruz-Leite, Vanessa Rafaela Milhomem

    2014-01-01

    Os fungos do genêro Paracoccidioides sp são agentes etiológicos da doença paracoccidioidomicose (PCM), são termodimórficos e possuem a capacidade de transitar da forma miceliana para a forma de levedura à temperatura em torno de 37°C. A captação de nitrogênio é essencial para o crescimento e adaptação do fungo em tecido hospedeiro, onde vias dependentes de nitrogênio possuem estreita relação com a patogenicidade. Organismos patogênicos possuem um sistema regulatório conhecido ...

  9. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    OpenAIRE

    Rogério Melloni; Elisa da Costa Guida; Marielle Rezende de Andrade; Eliane Guimarães Pereira Melloni

    2011-01-01

    A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs) em amostras de solo característ...

  10. Identificação e quantificação de fungos associados a sementes de azevém (Lolium multiflorum Lam.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Eduardo Loureiro da Silva

    2014-06-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivos, identificar e quantificar os fungos associados a sementes de azevém, comparar a incidência em diferentes meios de cultura, e determinar o número de escleródios de Claviceps purpurea presentes em amostras de sementes. Foram analisadas 37 amostras de sementes de azevém provenientes de municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. As sementes foram plaqueadas em três meios de cultura: BDA, semi-seletivo de Reis e semi-seletivo de Segalin & Reis, analisando-se a incidência dos fungos. Para detecção de C. purpurea, foram pesados 100g de sementes por amostra e, através de exame visual, foi determinado o número de escleródios. Os fungos detectados foram Alternaria alternata, Bipolaris sorokiniana, Drechslera spp., D. siccans, Fusarium graminearum, Fusarium spp., Aspergillus spp. e Penicillium sp. A incidência de A. alternata variou de 0,0% a 33,7% e freqüência de 89,2% nas amostras analisadas. Para B. sorokiniana a incidência foi de 0,0% a 2,2% e frequência de 62,2%, Drechslera spp., apresentou incidência de 0,0% a 40,3% e frequência de 78,4%. D. siccans a incidência foi de 0,1% a 20,0% e frequência de 100%.Para Fusarium spp., e F. graminearum a incidência foi de 0,0% a 31,0% e 0,0% a 11,3% e frequência de 81,1% e 64,9%, de 0,0% a 43,7% de incidência e 94,6% de frequência para Aspergillus spp. e Penicillium sp. com incidência entre 0,0% a 51,7% e frequência de 91,9%, respectivamente. O fungo C. purpurea foi encontrado em 81,1% das amostras em estudo.

  11. Influencia de diferentes especies de fungo micorrizico arbuscular no desenvolvimento do crisântemo Influence of different species of arbuscular mycorrhizal fungi on chrysanthemum growth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Parada Dias da Silveira

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar o desenvolvimento e florescimento do crisântemo (Dendranthema grandiflora na presença de micorriza arbuscular, foi instalado, em casa de vegetação, um experimento, empregando-se os fungos Gigaspora margarita, Glomus leptotichum, Glomus macrocarpum e Scutellospora heterogama. Utilizou-se terra roxa estruturada, da Série Luiz de Queiroz, esterilizada (por autoclavagem e não esterilizada. No florescimento, colheram-se as plantas e determinaram-se a altura, a matéria seca da parte aérea, a matéria fresca da raiz, o teor de P e K na parte aérea, a colonização micorrízica e o número de esporos do fungo micorrízico. O desenvolvimento e o florescimento foram favorecidos pela inoculação de G. leptotichum e G.macrocarpum, quando as plantas foram cultivadas em solo esterilizado, superando o efeito dos fungos micorrízicos nativos. Entretanto, no solo não esterilizado, a inoculação dessas espécies de fungo não promoveu aumento no desenvolvimento da planta.A greenhouse experiment was conducted to verify the effect of arbuscular mycorrhiza on growth and flowering of chrysanthemum. Rooted plants were inoculated with Gigaspora margarita, Glomus leptotichum, Glomus macrocarpum e Scutellospora heterogama or non-inoculated. Plants were grown in a autoclave sterilized, and non-sterilized soil of the type "Terra Roxa Estruturada". At the flowering stage, plants were harvested and measured for plant height, shoot dry matter, root fresh matter, shoot P and K content, mycorrhizal root colonization and number of mycorrhizal fungi spores. Plants colonized with G.leptotichum and G. macrocarpum presented higher growth and flowering than control plants, in sterilized soil, overcoming the effect of native mycorrhizal fungi. However, there was no effect of introduced mycorrhizal fungi on non-sterilized soil.

  12. Sazonalidade e prevalência de fungos anemófilos em ambiente hospitalar no Sul do Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Cáurio Lobato

    2009-07-01

    Full Text Available O ar atmosférico é o meio de dispersão mais utilizado e bem sucedido dos fungos. O objetivo deste estudo foi reconhecer a diversidade taxonômica de fungos anemófilos em ambiente hospitalar. Foram coletadas amostras do ar do hospital conforme as estações do ano num total de 104 amostras, entre maio de 2006 a junho de 2007. A técnica Settle Plate foi utilizada e a identificação dos fungos foi feita através da macro e micromorfologia. O cálculo das prevalências e o teste do x2 foram utilizados. Os gêneros encontrados foram: Cladosporium, Aspergillus, Alternaria, Penicillium e Rhodotorula, além de fungos não- esporulados. Na distribuição sazonal dos gêneros durante o inverno, leveduras dos gêneros Candida e Rhodotorula tiveram uma maior prevalência. Na primavera, Alternaria e Acremonium obtiveram a sua maior prevalência e no verão Helminthosporium e Torula. Cladosporium foi mais prevalente nas estações da primavera e do verão e Aspergillus foi o mais prevalente no outono e no verão. Quanto aos gêneros fúngicos por tipo de ambiente, as amostras oriundas dos Expurgos, Oficinas, ambientes confinados, Salas de Preparo de Materiais, de Procedimentos e o Centro de Materiais e Esterilização foram os locais com maior ocorrência. As Unidades de Internação e o Ambulatório foram os locais com o mais alto índice de diversidade fúngica. Os gêneros Mucor e Rhizopus apresentaram uma correlação para o tipo de ambiente hospitalar. O estudo realizado constitui-se de um resultado inédito no que diz respeito ao conhecimento da micobiota anemófila em ambiente hospitalar neste município.

  13. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Melloni

    2011-12-01

    Full Text Available A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs em amostras de solo características desta Reserva. A quantificação de propágulos desse grupo de micro-organismos, que estabelecem simbiose mutualística com a maioria das espécies vegetais é importante para a avaliação da qualidade de solos da Reserva. Foram definidas três áreas internas e uma externa à Reserva, retirando-se amostras de solo na profundidade de 0 a 10 cm, em duas épocas, inverno de 2008 e verão de 2009. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Microbiologia da Universidade Federal de Itajubá para quantificação dos seguintes atributos microbiológicos relacionados aos fungos MAs: comprimentos de micélio extrarradicular ativo e total pelo método da fluorescência induzida com diacetato de fluoresceína, densidade e diversidade fenotípica (morfotipos de esporos, porcentagem e intensidade de colonização radicular. As médias dos resultados foram comparadas por Duncan 5% e submetidas à análise de multivariada. Os resultados mostraram que o potencial de inóculo de fungos MAs apresentou maior efeito das áreas que das épocas estudadas, sendo maior comprimento de micélio extrarradicular ativo e total, maior proporção de micélio ativo em relação ao total e maior diversidade de esporos obtidos nos solos dentro da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, em relação ao solo externo à mesma, sob pastagem. O potencial de inóculo não está diretamente relacionado à fertilidade do solo, ou seja, no solo externo à Reserva, sob

  14. Diversidade e potencial biotecnólogico de fungos filamentosos isolados do manguezal Barra das Jangadas, Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

    OpenAIRE

    Neto Ferreira Gomes, Daniela

    2007-01-01

    Fungos filamentosos de sedimento do manguezal Barra das Jangadas, foram isolados e identificados com objetivo de proceder a caracterização enzimática. Foram coletadas amostras de sedimento do manguezal Barra das Jangadas nos meses de março e abril/2004 e outubro/2005 (período de estiagem); junho e julho/2004 e julho/2005 (período chuvoso). As coletas foram realizadas em quatro pontos em manguezais do estuário formado pelos rios Jaboatão e Pirapama, perfazendo um total de 24 ...

  15. Fungos do herbário do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. I. Tipos nomenclaturais da coleção Chaves Batista

    OpenAIRE

    Aguiar, Izonete de Jesus Araújo

    1988-01-01

    É apresentada a lista de 81 tipos nomenclaturas de fungos da Coleção Chaves Batata e colaboradores depositada no Henrbário do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia. Os táxons pertencem as subdivisões Ascomycotina (65) e Deuteromycotina (16), para os quais são fornecidos: nome, literatura original, número do herbário, classificação do tipo e dados de coleta. A list of 8I nomenclatual types of fungi in the Chaves Batista Collection, deposited in the Instituto Naclonal de Pesqulsas da A...

  16. Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying

    OpenAIRE

    Tamara Angelo de Oliveira Santos

    2012-01-01

    Duas variações de resíduo agroindustrial foram analisadas como meio de cultura para o bioprocesso de fermentação semissólida pelo fungo Fusarium oxysporum, com o objetivo de obter a melhor produção de peptidases e lipases. Essas enzimas foram microencapsuladas por spray drying, visando garantir sua estabilidade e investigar outros prováveis benefícios obtidos pela técnica. A utilização de planejamento experimental permitiu analisar os efeitos e interações entre as variáveis operacionais do pr...

  17. Isolamento e identificação de fungos filamentosos e leveduras em alguns pontos de uma rede de distribuição de água

    OpenAIRE

    Faia, Ana Margarida Fonseca Flores, 1987-

    2011-01-01

    Tese de mestrado. Biologia (Biologia Celular e Biotecnologia). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011 A água é um bem essencial ao homem e deve encontrar-se livre de microrganismos causadores de doenças e de poluentes químicos. Nos últimos anos tem-se demonstrado a presença de fungos filamentosos e leveduras em diferentes ambientes aquáticos. Assim, é necessário realizar mais estudos sobre a presença destes microrganismos em águas de consumo. Realizaram-se análises em diferent...

  18. Biodiversidade de fungos filamentosos isolados de grãos de café de cultivo orgânico e convencional

    OpenAIRE

    Couto, Fabiana Aparecida

    2014-01-01

    A qualidade inferior do café pode ser justificada pela ocorrência de condições ambientais favoráveis à incidência de microrganismos contaminantes, ocorrência de pragas e doenças, seleção de cultivares e processamento pós-colheita. O estudo dos fungos filamentosos é importante para fornecer informações sobre fatores ambientais, qualidade microbiológica do solo, presença de microrganismos de importância biotecnológica e segurança dos produtos. Este estudo foi realizado com o objetivo de estudar...

  19. Eficiência simbiótica de fungos micorrízicos arbusculares em solo não fumigado, para mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. V. Trindade

    2000-09-01

    Full Text Available Para que os fungos micorrízicos arbusculares (FMA possam ser utilizados em um programa de inoculação, é necessário que sejam capazes de apresentar eficiência simbiótica em solo que contenha populações indígenas de FMA. Com o objetivo de avaliar a eficiência simbiótica e o potencial de inoculação de fungos MA em solo não fumigado, para o mamoeiro, foi desenvolvido um experimento em condições de casa de vegetação da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas (BA, utilizando a variedade de mamoeiro Tainung nº 1. Utilizou-se amostra de um Latossolo Amarelo álico que continha 3 mg dm-3 de P disponível e que recebeu doses crescentes de P (0, 20, 40, 80 e 140 mg dm-3, combinadas com inoculação de três espécies previamente selecionadas e três isolados nativos de FMA, obtidos de agrossistema de mamoeiro. As plantas foram inoculadas com solo-inóculo no ato da repicagem e cultivadas por 50 dias, quando se determinaram a colonização, matéria seca da parte aérea e teores de nutrientes nas plantas. Todos os fungos inoculados apresentaram eficiência simbiótica em solo não fumigado, destacando-se Glomus clarum, Gigaspora margarita e isolado 29 (Gigaspora sp., que apresentaram eficiência alta. Os isolados nativos foram mais eficientes em doses mais elevadas de fósforo no solo; a eficiência esteve relacionada com a absorção de fósforo e potássio. Os fungos previamente selecionados em solo fumigado foram também eficientes em solo que continha população indígena de FMA, portanto, validando este procedimento.

  20. Fungi associated to Platypus cylindrus Fab. (Coleoptera: Platypodidae in cork oak Fungos associados ao insecto Platypus cylindrus Fab. (Coleoptera: Platypodidae em sobreiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Henriques

    2009-12-01

    Full Text Available Platypus cylindrus is a pest that since the 80’s of the last century has been considered a cork oak mortality agent in Portugal. It is an ambrosia beetle that establishes complex symbioses with fungi whose role in the insect-fungus-host interaction has not been completely clarified. In order to characterize P. cylindrus associated micoflora in Portugal, fungi were isolated from different beetle organs and from its galleries in cork oak trees. Fungi of the genera Acremonium, Aspergillus, Beauveria, Botrytis, Chaetomium, Fusarium, Geotrichum, Gliocladium, Nodulisporium, Paecilomyces, Penicillium, Raffaelea, Scytalidium, Trichoderma and of the order Mucorales were identified. An actinomycete of the genus Streptomyces was also identified. Some of these genera were related for the first time to this interaction. In the present work the isolated fungi are characterized and their contribution for beetle population establishment and tree weakness is discussed.Platypus cylindrus é uma praga que desde os anos 80 do século passado tem sido referida como agente de mortalidade do sobreiro em Portugal. É um insecto ambrósia que estabelece simbioses complexas com fungos cujo papel não está completamente esclarecido na interacção insecto-fungo-sobreiro. Com o objectivo de caracterizar a micoflora associada a P. cylindrus em Portugal foram efectuados isolamentos a partir de diferentes órgãos do insecto e suas galerias em sobreiro. Identificaram-se fungos dos géneros Acremonium, Aspergillus, Beauveria, Botrytis, Chaetomium, Fusarium, Geotrichum, Gliocladium, Nodulisporium, Paecilomyces, Penicillium, Raffaelea, Scytalidium, Trichoderma e da ordem Mucorales. Foi igualmente identificado um actinomiceta do género Streptomyces. Alguns destes géneros são referidos pela primeira vez nesta interacção. No presente trabalho caracterizam-se os fungos isolados e discute-se a sua contribuição para o estabelecimento das populações do insecto e

  1. Utilização dos fungos na biorremediação de substratos contaminados por petróleo: estado da arte

    OpenAIRE

    Lima, Danusia Ferreira; Oliveira, Olívia Maria Cordeiro de; Cruz, Manoel Jeronimo Moreira

    2011-01-01

    p. 113-121 A presença de compostos de petróleo em solos e sedimentos tem sido uma grande preocupação ao longo dos últimos anos. A biorremediação é uma tecnologia muito eficaz e promissora na recuperação de áreas contaminadas por petróleo e seus derivados. Esta técnica é basicamente um processo natural, onde micro-organismos degradam os contaminantes ambientais em formas menos tóxicas. Os hidrocarbonetos encontrados no meio ambiente são degradados principalmente por bactérias e fungos e ...

  2. Avaliação da atividade antagonista in vitro de fungos endofíticos associados ao camu-camu (Myrciaria dubia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Carolina de Sena Correia

    2015-12-01

    Full Text Available Fungos endofíticos são aqueles que habitam o interior dos tecidos de seus hospedeiros, desempenhando variadas e estreitas relações ecológicas sem demonstrar sintomas visíveis. Estima-se que a maioria das espécies vegetais possuam micro-organismos endofíticos ainda não classificados e com propriedades pouco conhecidas, mas potencialmente aptos para alguma aplicação biotecnológica. O camu-camu (Myrciaria dubia apresenta grande potencial econômico, pelas características nutricionais do seu fruto, como a alta produção de vitamina C. Foram isolados e cultivados 307 fungos endofíticos associados às folhas e caules de M. dubia, a fim de verificar a atividade antagonista, quanto à produção de substâncias difusíveis e voláteis contra os seguintes fitopatógenos: Monilinia fructicola, Colletotrichum gloeosporioides e Aspergillus parasiticus. Verificou-se que 22 isolados inibiram o crescimento de pelo menos um dos fitopatógenos alvos, apresentando potencial de inibição (PI entre 25,62% a 93,84%, sendo que cinco endofíticos se destacaram, com porcentual de inibição acima de 50%, através da produção de substâncias difusíveis e voláteis. As interações competitivas foram analisadas segundo a escala de Badalyan, e observou-se maior frequência entre os fungos, da interação do tipo A (“deadlock” com contato micelial. Conclui-se que fungos endofíticos isolados de folhas e caules de Myrciaria dubia, possuem potencial biotecnológico promissor no biocontrole dos fitopatógenos (A.parasiticus, M. fructicola e C. gloeosporioides.

  3. Atributos químicos do solo e ocorrência de fungos micorrízicos sob áreas de pastagem e sistema agroflorestal, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2009-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo caracterizar alguns atributos químicos do solo e avaliar a comunidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs em uma área de pastagem e um sistema agroflorestal (SAF. A área de estudo está localizada na "Fazendinha Agroecológica do Km 47", 22° 45'S, 43° 41'W, no município de Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Foram coletadas amostras de solo na profundidade de 0-5 cm e quantificados os teores de carbono orgânico total (COT, Ca, Mg, pH, P e K. Os FMAs foram quantificados e posteriormente identificados. Os resultados encontrados foram analisados como delineamento inteiramente casualizado, com aplicação do teste F. Verificaram-se valores estatisticamente maiores de COT, Ca, Mg e K no SAF, assim como o maior número de esporos de fungos micorrízicos. Observou-se uma baixa diversidade de espécies de FMAs, sendo que Glomus macrocarpum e Acaulospora scrobiculata foram as espécies dominantes nas duas áreas. O manejo do solo pode ter influenciado no menor número de esporos de FMAs encontrados sob pastagem. Por meio da análise de componentes principais foi possível separar as duas áreas avaliadas, sendo o comportamento semelhante ao verificado na análise univariada.

  4. Efeito da desinfestação do solo pelo uso da energia solar sobre fungos micorrízicos arbusculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Randig

    2002-03-01

    Full Text Available O uso da energia solar como método de desinfestação do solo apresenta como vantagens, além do baixo custo, ausência de riscos para a saúde humana e para o meio ambiente. Seus efeitos sobre microrganismos benéficos são, entretanto, pouco conhecidos. Objetivou-se, neste estudo, avaliar dois métodos de desinfestação do solo por meio da energia solar, quanto aos seus efeitos sobre fungos micorrízicos arbusculares (FMA. Os experimentos foram realizados na Embrapa Clima Temperado, Pelotas (RS, avaliando-se o efeito da solarização e de um coletor solar sobre uma população nativa de fungos micorrízicos. Após 30dias de tratamento, o potencial de inóculo de FMA, determinado pela técnica do número mais provável, foi reduzido em 93% pela solarização e em 99% pelo coletor solar. Verificou-se, ainda, que nas plantas de milho cultivadas em solo tratado durante dois dias no coletor solar, a colonização micorrízica foi, em média, inferior a 1%, não havendo colonização após nove dias de tratamento.

  5. Tratamento do feno de braquiária pelo fungo Pleurotus ostreatus Pretreatment effects on fiber degradation of brachiaria hay by Pleurotus ostreatus fungus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrick Schmidt

    2003-12-01

    Full Text Available A inoculação de forragens com fungos lignocelulolíticos é uma opção para melhorar a qualidade destas sem adição de produtos químicos. O tratamento do substrato influencia a ação do fungo e a qualidade final do produto. Neste experimento, aplicaram-se quatro tratamentos (compostagem do feno inteiro, compostagem do feno picado, hidratação do feno em água fria e hidratação do feno em água quente a um feno de Brachiaria decumbens. Aos tratamentos seguiu-se inoculação com o fungo Pleurotus ostreatus e incubação por 35 dias, sob temperatura controlada. Usou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e medidas repetidas. Amostras foram colhidas semanalmente para acompanhar a degradação do substrato, mediante a análise química do feno. Observou-se aumento linear, com o decorrer do tempo, no teor de proteína bruta (PB e na proporção de lignina na parede celular (LIG-FDN, e decréscimo linear nos valores de fibra em detergente neutro (FDN, celulose e hemicelulose. Não se observou efeito de tratamento no teor de FDA. Os tratamentos com compostagem apresentaram maiores valores de PB, lignina e LIG-FDN e menores de FDN e hemicelulose. Não se observou diferença entre os tratamentos com hidratação. O tratamento do feno de braquiária com o fungo propiciou degradação da fração fibrosa e aumento no teor de PB, com efeito mais intenso nos tratamentos que usaram compostagem. A ação do fungo foi mais efetiva sobre a hemicelulose que sobre os demais componentes da fibra.The innoculation of forages with lignocellulolytic fungi is an option for improving quality without adding chemical products. Substrate quality influences fungal activity and endproduct quality. The effects of four treatments (composting of whole hay, composting of chopped hay, soaking in cool water and soaking in hot water on a Brachiaria decumbens hay were evaluated. The treatments were followed by innoculation with Pleurotus ostreatus

  6. Diversidade de fungos micorrízicos Epulorhiza spp. isolados de Epidendrum secundum (Orchidaceae Diversity of mycorrhizal fungi Epulorhiza spp. isolated from Epidendrum secundum (Orchidaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Corrêa Pereira

    2009-10-01

    Full Text Available Fungos micorrízicos rizoctonioides Epulorhiza spp. têm sido isolados de orquídeas do gênero Epidendrum e vêm sendo utilizados na germinação simbiótica das sementes de orquídeas. Epidendrum secundum é uma orquídea largamente distribuída em campos de altitude do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro (PESB, Minas Gerais, e pouco se sabe sobre a associação micorrízica dessa espécie nesse parque. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade morfológica dos fungos micorrízicos rizoctonioides isolados de quatro populações de E. secundum em três regiões de um campo de altitude localizado na subserra Totem Deitado, PESB. Vinte e seis isolados fúngicos foram obtidos, todos pertencentes ao gênero Epulorhiza. As características morfológicas qualitativas e quantitativas avaliadas revelaram, de modo geral, baixa variabilidade entre os isolados obtidos de uma mesma população e de populações localizadas na mesma região, porém grande variabilidade foi observada entre os isolados obtidos das populações de diferentes regiões. Com base nessas características morfológicas, os isolados foram divididos em quatro grupos: o primeiro constituído pelos fungos obtidos das populações I e II da região A, o segundo pelos fungos da população III da região B, o terceiro pelo isolado M61 da população II da região A, e o quarto pelo único isolado obtido na população IV da região C. A variabilidade morfológica observada é um indicativo da diversidade dos fungos Epulorhiza spp. associados a E. secundum no PESB.Rhizoctonia-like mycorrhizal fungi Epulorhiza spp. have been isolated from orchids of the genus Epidendrum and have been used to promote the symbiotic germination of orchid seeds. Epidendrum secundum is a widely distributed orchid in campo de altitude (high elevation grassy vegetation regions of the State Park of Serra do Brigadeiro (PESB, Minas Gerais, Brazil, and little is known about the mycorrhizal relationships

  7. Efeito da aplicação de silicato de cálcio e de cinza de casca de arroz sobre a incidência de fungos associados a manchas em sementes de arroz irrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Carolina Constantino Roma-Almeida

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de silicato de cálcio e de cinza de casca de arroz (CCA na incidência de fungos associados a manchas em sementes de arroz irrigado. Plantas de arroz foram submetidas à aplicação de silicato de cálcio ou CCA nas doses de 0, 51, 153, 256 e 357 kg ha-1de silício (Si. Dois experimentos foram conduzidos, sendo um na safra 2007/2008 e outro na safra 2008/2009 e, posteriormente, amostras de sementes foram analisadas em laboratório. Foram realizadas avaliações do Índice de Escurecimento de Sementes (IES, da concentração de Si no pericarpo das sementes e a determinação da diversidade dos fungos presentes nas sementes. Não houve efeito das duas fontes de Si empregadas, nas doses utilizadas nos dois experimentos no IES e na concentração de Si. Os fungos fitopatogênicos encontrados em ambos experimentos foram Alternaria padwickiii, Bipolarisoryzae, Botrytis cinerea, Curvularia lunata, Fusarium semitectum, F. solani, Microdochium oryzae, Nigrospora oryzae, Phoma sorghina e Pyriculariaoryzae. A incidência destes fungos não foi afetada pela aplicação das fontes de Si nas doses utilizadas.

  8. Microscopic fungi in the Atlantic Rainforest in Cubatão, São Paulo, Brazil Fungos microscópicos de Mata Atlântica em Cubatão, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema Helena Schoenlein-Crusius

    2006-09-01

    Full Text Available This article presents a survey of fungi obtained from soil, water and mixed leaf litter samples taken from the Atlantic Rainforest in the municipality of Cubatão, in the State of São Paulo, during the years of 1993 to 1995. Using different techniques for the isolation of microscopic fungi, a total of 280 taxa was obtained (66 zoosporic fungi, 40 Mucorales, 45 Glomales, 125 anamorphs, three Ascomycota and one Basidiomycota, with 23 species being reported for the first time in Brazil.Este artigo apresenta o levantamento dos fungos obtidos de amostras de solo, água e folhedo mixto coletados da Mata Atlântica no município de Cubatão, estado de São Paulo, durante os anos de 1993 a 1995. Utilizando diferentes técnicas para isolamento de fungos microscópicos, um total de 280 táxons foram obtidos (66 fungos zoospóricos, 40 representantes de Mucorales, 45 de Glomales, 125 fungos anamorfos, três de Ascomycota e um representante de Basidiomycota, sendo 23 espécies reportadas pela primeira vez para o Brasil.

  9. O jardim de fungo atua como um molde para a construção das câmaras em formigas cortadeiras? Fungus garden acts as a template for the construction of chambers in ants?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto da Silva Camargo

    2013-04-01

    Full Text Available Os ninhos adultos das formigas cortadeiras (gênero Atta e Acromyrmex são compostos de milhares de câmaras subterrâneas, as quais abrigam o jardim de fungo, lixo e a população desses insetos. Entretanto, como as câmaras são construídas? Para responder essa questão, nós hipotetizamos que o jardim de fungo atua como um molde para a construção das câmaras. Assim, foram utilizadas 20 colônias de 6 meses de idade, divididas em quatro séries experimentais: padrão (quantidade normal de jardim de fungo; metade de jardim de fungo; dobro de jardim de fungo e sem jardim de fungo (Testemunha. As variáveis estudadas foram: parâmetros morfológicos das estruturas (túneis e câmara formada; fluxo das atividades das operárias; volume de solo escavado. Como se esperava, o jardim de fungo atua como um molde para a construção das câmaras em formigas cortadeiras. Os resultados foram: o tratamento sem jardim de fungo não apresentou nenhuma câmara, apenas túneis, em contraposição às demais séries experimentais que apresentaram no mínimo 2 câmaras, com dimensões similares; o fluxo das operárias carregando pellet de solo por minuto durante as 72 horas diferiu estatisticamente entre as séries experimentais e, finalmente, o volume do solo escavado foi resultado da taxa de escavação das operárias, diferindo estatisticamente entre as séries experimentais. Os resultados corroboram a hipótese de que o jardim de fungo atua como um molde para a construção da câmara. A ausência de uma estrutura funcional como uma câmara, quando o jardim de fungo está ausente, comprova a hipótese.Adult nests of leaf cutting ants (genus Atta and Acromyrmex are composed of thousands of underground chambers, which harbor the fungus garden, garbage and their population. However, how the chambers are constructed? To answer this question, we hypothesized that the fungus garden acts as a template for the chambers construction. Thus, we used 20 colonies of

  10. Fungos emboloradores e manchadores de madeira em toras estocadas em indústrias madeireiras no município de Manaus, Amazonas, Brasil Mould and stain fungi in logs stored in wood industries of Manaus, Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Eiji Hanada

    2003-01-01

    Full Text Available Visando conhecer a diversidade e a incidência de fungos emboloradores e manchadores de madeira da região Amazônica, foi realizado um levantamento em 12 espécies florestais, estocadas em quatro indústrias madeireiras de Manaus. De cada espécie florestal selecionaram-se cinco toras, das quais retiraram-se amostras de onde procedeu-se isolamento dos fungos. Foram isolados 106 fungos associados às essências florestais, representados por nove gêneros e por dezesseis espécies. Paecilomyces variotii e Lasiodiplodia theobromae foram as espécies fúngicas mais freqüentemente associadas às espécies florestais. Ceiba pentandra e Hura crepitans foram as essências florestais que apresentaram maior diversidade de fungos, com sete espécies cada uma. Hymeneae courbaril foi a que apresentou menor diversidade de fungo, com apenas uma espécie.In order to know a diversity and incidence of wood mould and wood stain fungi from Amazonian wood, the survey and identification of these kinds of fungi were carried out in twelve wood species from four wood industries of Manaus, Amazonas. Five logs were randomly selected. Wood samples were prepared and transported to the Wood Pathology Laboratory at the Forest Product Research Center of the National Institute for Amazonian Research, where the isolation and identification of the fungi were conducted. One hundred and six fungi associated to the wood species were isolated, represented by nine genera and sixteen fungi species. Paecilomyces variotti and Lasiodiplodia theobromae were the more representative fungi, associated with ten and seven wood species respectively. Ceiba pentandra e Hura crepitans were the wood species with highest diversity of fungi, with seven species each. Hymenae courbaril was the wood that presented the lowest diversity of fungi, with only one fungus.

  11. Estudo da descoloração do corante FD&C azul no 2 Indigotina pelo tratamento combinado do fungo Trametes versicolor e processo de filtração lenta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Margareth Gonçalves Lopes

    2014-06-01

    Full Text Available O uso de fungos na descoloração de corantes com métodos economicamente viáveis de produção de água bacteriologicamente segura há muito vem sendo descrito por diversos autores. Este trabalho teve por objetivo investigar a eficiência da remoção de corante artificial FD&C azul no 2 Indigotina, com uso do fungo de degradação branca Trametes versicolor em combinação com a filtração lenta. Para a realização dos trabalhos, foram instalados dois protótipos de filtros lentos denominados FL-A e FL-B - no sobrenadante do filtro FL-A foi inoculado o referido fungo, e o filtro FL-B foi utilizado como controle (sem inoculação do microrganismo. O melhor percentual de remoção do corante pelo fungo Trametes versicolor em combinação com a filtração lenta foi de 44,74% 24 horas após a atividade máxima registrada de lacase. Os resultados mostraram que a filtração lenta combinada com o tratamento com o fungo T. versicolor não apresenta grande potencial para remoção de cor em 21 dias de tratamento, visto que os produtos microbianos gerados interferem no processo de filtração, diminuindo a eficiência do processo físico. Entretanto, restringindo o tempo de tratamento a 24 horas após a atividade enzimática máxima, o tratamento combinado apresentou boa eficiência.

  12. Controle de fungos presentes no ar e em sementes de feijão durante armazenamento Control of fungi present in the air and bean seeds during storage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio M. Borém

    2006-09-01

    Full Text Available Objetivou-se, no presente trabalho, avaliar a eficácia de um equipamento redutor de inóculo (ERI na preservação da qualidade sanitária de sementes de feijão (Phaseolus vulgaris L. durante o armazenamento em estruturas herméticas com circulação de ar forçado. A presença de inóculo no ar foi monitorada a partir da exposição de placas de Petri com meio de cultura BDA salino, contando-se o número de unidades formadoras de colônias (UFC dos fungos Aspergillus spp. e Penicillium spp. As análises sanitárias das sementes foram realizada pelo método do papel de filtro (Blotter test, calculando-se o índice de ocorrência de Aspergillus spp. e Penicillium spp. Durante o período de armazenamento, houve um aumento na incidência de fungos nas sementes, independente da presença dos ERI. Nas amostragens realizadas na entrada da caixa com a presença dos ERI, não foram encontradas unidades formadoras de colônias. Com o aumento do fluxo de ar utilizado no sistema, notou-se que este efeito foi transferido para a saída da caixa. Nas condições especificadas, os ERI foram incapazes de controlar os fungos de armazenamento, Aspergillus spp e Penicillium spp, nas sementes de feijão, porém foram eficazes no controle dos seus esporos presentes no ar.The objective of the present work was to evaluate the efficiency of inoculum reducing equipment (IRE in the maintenance of quality of bean seeds during storage in hermetic structures with circulation of forced air. The inoculum's presence in the air was monitored by the exposition of Petri dishes with culture medium (saline BDA by counting the number of colonies units of Aspergillus and Penicillium. The quality analysis of seeds were performed by the blotter test. The occurrence index was calculated for Aspergillus spp and Penicillium spp. The fungal occurrence increased during the storage period, in spite of the IRE presence. Fungal colonies were not found in the air samples collected at the box

  13. Comportamento de fungos e de sementes de feijoeiro durante o teste de envelhecimento artificial Behavior of fungi and of bean seeds during the artificial aging test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MONALISA ALVES DINIZ DA SILVA

    2000-03-01

    Full Text Available O teste de envelhecimento artificial, recomendado para avaliar o vigor de lotes de sementes, apresenta variabilidade em seus resultados; a ação dos fungos é considerada uma das causas dessa variabilidade. Este trabalho objetivou verificar os efeitos de diferentes períodos de envelhecimento artificial, no comportamento fisiológico de sementes do feijoeiro e dos fungos Aspergillus spp., Penicillium spp., Fusarium oxysporum e Colletotrichum lindemuthianum, inoculados artificialmente. Foram conduzidos testes de sanidade, germinação, tetrazólio, emergência, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. As respostas obtidas, dependentes da duração do período de envelhecimento, indicaram efeitos da espécie fúngica presente. Concluiu-se que o teste de envelhecimento artificial associa a expressão de causas fisiológicas e sanitárias, o que prejudica a interpretação dos dados obtidos; a presença de fungos, principalmente de Aspergillus spp., pode ser considerada como capaz de interferir de modo negativo no desempenho das sementes envelhecidas artificialmente.Although recommended for evaluation of seed lot vigor, artificial aging test shows results variability for reasons yet to be elucidated. Seed-fungi association is considered one of the causes responsible for such variation. The goal of this work was to verify the effects of periods of artificial aging on bean seed behavior and on Aspergillus spp., Penicillium spp., Fusarium oxysporum and Colletotrichum lindemuthianum fungi artificially inoculated by contact method. Health, germination, tetrazolium, emergence, electrical conductivity and potassium leaching tests were performed for seed behavior evaluation. The answers achieved, besides dependable on the aging time period, indicated the effect of fungi species associated to the seed. The artificial aging test was found to be associated with the expression of physiological and sanitary causes that interfere with data

  14. Os fungos anemófilos e sensibilização em indivíduos atópicos em Porto Alegre, RS Airborne fungi and sensitization in atopic individuals in Porto Alegre, RS, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelina Mezzari

    2003-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar e caracterizar a freqüência e a concentração de esporos de fungos anemófilos em Porto Alegre. Determinar a prevalência de sensibilização a estes fungos em indivíduos atópicos. MÉTODOS: Em 52 amostras colhidas no equipamento Rotorod Sampler®, foram quantificados 3773 esporos de fungos no período de um ano (abril de 2000 a março de 2001. Em 39 pacientes atópicos com rinite e ou asma foram realizados testes cutâneos com alérgenos de fungos anemófilos e o teste fluorimunoenzimático para verificar a incidência de manifestações alérgicas provocadas por tais fungos. RESULTADOS: Em 3773 esporos de fungos encontrados foram identificados 674 (17,86% de Cladosporium sp, 567 (15,03% do grupo Aspergillus/Penicillium, 144 (3,82% de rusts, 94 (2,49% de Helminthosporium sp, 46 (1,22% de Botrytis sp, 45 (1,19% de Alternaria sp, 34 (0,90% de smuts, 33 (0,87% de Curvularia sp, 23 (0,61% de Nigrospora sp e 3 (0,08% de Fusarium sp. Também foram encontrados 1905 (50,49% de ascosporos e 145 (3,84% de basidiosporos. Não foram possíveis de serem identificados 60 (1,59% dos esporos observados. Nos 39 testes cutâneos e sorológicos realizados, resultaram em 15,38% de indivíduos atópicos sensibilizados por alérgenos de fungos em Porto Alegre. CONCLUSÕES: A ocorrência de grande número de esporos de fungos no ar em nossa cidade enfatiza a importância deste estudo sobre os fungos anemófilos, sendo eles responsáveis por 15,38% das sensibilizações alérgicas em indivíduos atópicos com manifestações de asma e ou rinite.OBJECTIVE: To identify and quantify the fungal spores in the atmospheric air of Porto Alegre and to assess sensitization to these allergens in atopic individuals suffering from rhinitis and asthma. METHODS: A total of 52 samples were obtained using a Rotorod Sampler® from April 2000 through March 20001. Allergy skin tests with anemophilous fungus allergens as well as fluorimmunoenzymatic tests were

  15. Desempenho de diferentes meios de cultura utilizados na avaliação de fungos presentes em ambientes de produção de alimentos.

    OpenAIRE

    Marcio Adriani Gava

    2002-01-01

    O presente estudo foi dividido em duas fases; a primeira visou avaliar o desempenho de diversos meios de cultura, para fungos, no ar de ambientes de produção de alimentos, através da resposta de contagem e identificação dos gêneros que podem conter espécies indesejáveis; também foi avaliada a condição ambiental juntamente com a contagem total de bactérias. O ambiente de duas áreas foi utilizado para a pesquisa, uma indústria de doces, produção de doce de leite e doce de amendoim, na Cidade de...

  16. Análises proteômicas de conídios do fungo patogênico humano Paracoccidioides sp

    OpenAIRE

    Moreira, André Luís Elias

    2014-01-01

    A paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose sistêmica causada pelo fungo termodimórfico Paracoccidioides spp.. A principal rota de infecção da PCM ocorre por inalação de conídios ou fragmentos de micélio. Até o momento, estudos proteômicos não foram realizados com conídios de Paracoccidoides sp. Neste sentido, caracterizar o proteoma do conídio poderá contribuir para o conhecimento detalhado das proteínas expressas durante a fase de propagação e seus potenciais papéis na virulência e patogenic...

  17. Fungos micorrízicos arbusculares em campos de murundus após a conversão para sistemas agrícolas no cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Camylla Ramos Assis

    2014-12-01

    Full Text Available Os campos de murundus são fitofisionomias de ocorrência no bioma Cerrado com funções ecológicas importantes para a manutenção da sustentabilidade do solo; e a conversão para sistemas agrícolas pode provocar alterações nos atributos físicos, químicos e biológicos do solo ainda não avaliados, como a redução da biodiversidade de fungos micorrízicos arbusculares. O objetivo deste estudo foi avaliar como a conversão dos campos de murundus em áreas de sistema agrícola altera a comunidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs. Os tratamentos constituíram-se de três áreas agrícolas submetidas ao mesmo manejo e uso agrícola em uma cronossequência (7, 11 e 14 anos e duas na área referência [campo de murundus, em topo (TM e entre os murundus (EM]. Os esporos de FMAs foram extraídos, contados, e as espécies de FMAs identificadas pelas características morfológicas. O total de FMAs recuperado foi de 27 espécies, sendo nove espécies da família Acaulosporaceae, uma Ambisporaceae, sete Glomeraceae, duas Claroideoglomeraceae e oito Gigasporaceae. Desse total, as espécies Acaulospora scrobiculata, Glomus macrocarpum, e Gigaspora sp. ocorreram em todas as áreas nos dois anos estudados. As espécies Acaulospora mellea, Acaulospora cavernata, Acaulospora colombiana, Glomus diaphanum, Scutellospora reticulata e Scutellospora sp. só foram encontradas nos campos de murundus. A conversão de campos de murundus em área agrícola modificou a ocorrência e composição da comunidade de FMAs; as espécies Acaulospora scrobiculata, Glomus macrocarpum, Claroideoglomus etunicatus e Gigaspora sp ocorreram em todas as áreas e a não ocorrência de algumas espécies nas áreas de cultivo, como as espécies Acaulospora cavernata, Acaulospora colombiana, Rhizophagus diaphanus, Scutellospora reticulata e Scutellospora sp. representa perda de diversidade desses fungos. Portanto, este estudo tratou-se do primeiro relato da ocorrência e da

  18. Pathogenicity characteristics of filamentous fungi strains isolated from processed oat Características de patogenicidade em amostras de fungos filamentosos isolados de aveia processada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane N. B. da Silva

    1999-12-01

    Full Text Available Nineteen strains of filamentous fungi isolated from processed oat were tested for pathogenicity factors, based on three parameters: growth at 37oC, production of phospholipase and urease. Aspergillus niveus, Oidiodendron gryseum and Sporothrix cyanescens were positive for the three parameters. The other species were positive only for one or two of them.Dezenove amostras de fungos filamentosos isoladas de aveia processada foram testadas quanto a fatores de patogenicidade, utilizando-se três parâmetros: crescimento a 37oC, atividades fosfolipásica e ureásica. Sporothrix cianescens, Aspergillus niveus e Oidiodendron gryseum apresentaram características de patogenicidade nos três testes realizados. As demais espécies apresentaram características de patogenicidade somente em um ou dois destes parâmetros.

  19. Screening of filamentous fungi for production of myrosinase Seleção de fungos filamentosos para a produção do mirosinase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuansri Rakariyatham

    2005-09-01

    Full Text Available Aspergillus sp. NR46F13, isolated from soil via sinigrin-barium sulphate agar technique, was tested for myrosinase production. The fungus degraded glucosinate and produced 3.19 U mL-1 of myrosinase after 48h cultivation. due to the high myrosinase production, this new isolate is a potential candidate for industrial applications.A linhagem Aspergillus sp. NR46FB, isolada de solo através da técnica do ágar sulfato de bário-sinigrina, foi testada quanto à produção de mirosinase. O fungo degradou completamente o glicosinolato e produziu 3,19 U.mL-1 de mirosinase, após 48 h de cultivo. Devido à alta produção de mirosinase, esse novo isolado é um potente candidato para aplicações industriais.

  20. Identificação fenotípica e genotípica de fungos filamentosos isolados de talcos comerciais cosméticos

    OpenAIRE

    Luiz, Flávia Cristina Jastale Pinto Fernandes

    2010-01-01

    Resumo: O mercado cosmético investe continuamente em novas formulações adequando a velocidade dos lançamentos às exigências de qualidade e segurança. Neste sentido nota-se o interesse em formulações que utilizem uma quantidade menor de conservantes dada à relação destes com a ocorrência de reações adversas. A diminuição da atividade de água pode vir a contribuir para a segurança microbiológica de um produto que utilize menos conservantes. No entanto, fungos filamentosos apresentam resistência...

  1. Atributos químicos do solo e ocorrência de fungos micorrízicos sob áreas de pastagem e sistema agroflorestal, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saggin Junior Orivaldo José

    2009-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo caracterizar alguns atributos químicos do solo e avaliar a comunidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs em uma área de pastagem e um sistema agroflorestal (SAF. A área de estudo está localizada na "Fazendinha Agroecológica do Km 47", 22° 45'S, 43° 41'W, no município de Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Foram coletadas amostras de solo na profundidade de 0-5 cm e quantificados os teores de carbono orgânico total (COT, Ca, Mg, pH, P e K. Os FMAs foram quantificados e posteriormente identificados. Os resultados encontrados foram analisados como delineamento inteiramente casualizado, com aplicação do teste F. Verificaram-se valores estatisticamente maiores de COT, Ca, Mg e K no SAF, assim como o maior número de esporos de fungos micorrízicos. Observou-se uma baixa diversidade de espécies de FMAs, sendo que Glomus macrocarpum e Acaulospora scrobiculata foram as espécies dominantes nas duas áreas. O manejo do solo pode ter influenciado no menor número de esporos de FMAs encontrados sob pastagem. Por meio da análise de componentes principais foi possível separar as duas áreas avaliadas, sendo o comportamento semelhante ao verificado na análise univariada.

  2. Comunidade de fungos micorrízicos arbusculares: diversidade, composição e glomalina em área revegetada com sesbânia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Figueira da Silva

    2014-04-01

    Full Text Available A composição de comunidades e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs pode ser influenciada por diversos fatores como o clima, a biota do solo e as plantas hospedeiras. Este estudo objetivou avaliar a influência da revegetação de uma cava de extração de argila com Sesbania virgata (SV em plantios puro e consorciado com Eucalyptus camaldulensis (EC e Acacia mangium (AM, na composição e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs, bem como na quantidade da proteína do solo relacionada à glomalina (PSRG. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com quatro tratamentos (plantio puro de SV - 100SV; consórcio de SV + EC - 50SV:50EC; consórcio de SV + AM - 50SV:50AM; e área degradada com vegetação espontânea - ADVE, com três repetições. A revegetação da cava de extração de argila com SV, em plantios puro ou consorciado, reduziu a abundância de esporos e a dominância de espécies (Índice de Simpson - IDS e aumentou a riqueza de espécies de FMAs e o índice de diversidade de Shannon e Wiener. Além disso, aumentou a quantidade de proteína do solo relacionada à glomalina, quando comparada a área degradada com vegetação espontânea.

  3. Identification Of Protein Vaccine Candidates Using Comprehensive Proteomic Analysis Strategies

    Science.gov (United States)

    2007-12-01

    that fascinating fungus known as Coccidioides. I also want to thank the UA Mass Spectrometry Facility and the UA Proteomics Consortium, especially...W. & N. N. Kav. 2006. The proteome of the phytopathogenic fungus Sclerotinia sclerotiorum. Proteomics 6: 5995-6007. 127. de Godoy, L. M., J. V...IDENTIFICATION OF PROTEIN VACCINE CANDIDATES USING COMPREHENSIVE PROTEOMIC ANALYSIS STRATEGIES by James G. Rohrbough

  4. A plant defensin gene from Orychophragmus violaceus can improve ...

    African Journals Online (AJOL)

    Quantitative RT-PCR showed that the expression of Ovd in the sense plant line was stronger than non-transformed plant and antisense plant. The lesion size on detached leaves of the transgenic plants and nontransformed control caused by Sclerotinia sclerotiorum mycelia was examined. Lesion size was reduced in sense ...

  5. Genome size variation in the pine fusiform rust pathogen Cronartium quercuum f.sp. fusiforme as determined by flow cytometry

    Science.gov (United States)

    Claire L Anderson; Thomas L Kubisiak; C Dana Nelson; Jason A Smith; John M Davis

    2010-01-01

    The genome size of the pine fusiform rust pathogen Cronartium quercuum f.sp. fusiforme (Cqf) was determined by flow cytometric analysis of propidium iodide-stained, intact haploid pycniospores with haploid spores of two genetically well characterized fungal species, Sclerotinia sclerotiorum and Puccinia graminis f.sp. tritici, as size standards. The Cqf haploid genome...

  6. In vitro selection of rape variants resistant to oxalic acid using haploid stem apexes

    International Nuclear Information System (INIS)

    Wang Yifei; Huang Jianhua; Lu Ruiju; Sun Yuefang; Zhou Runmei; Zhou Zhijiang; Xie Zhujie; Liu Chenghong

    2002-01-01

    Mutagenic treatment was made of the haploid stem apexes rape strain '9841' and '9885' with Pingyangmycin. As a result of positive selection with oxalic acid providing selection pressure, variants with significantly higher tolerance to oxalic acid than the original ones were obtained. 3 germplasm with significantly higher resistance to Sclerotinia sclerotiorum than cultivar Hu You 12 were selected from field test

  7. Estudo da descoloração do corante FD&C azul no 2 Indigotina pelo tratamento combinado do fungo Trametes versicolor e processo de filtração lenta

    OpenAIRE

    Lopes, Maria Margareth Gonçalves; Sales, Paulo de Tarso Ferreira; Campos, Luiza Cintra; Schimidt, Fernando; Santiago, Mariângela Fontes

    2014-01-01

    O uso de fungos na descoloração de corantes com métodos economicamente viáveis de produção de água bacteriologicamente segura há muito vem sendo descrito por diversos autores. Este trabalho teve por objetivo investigar a eficiência da remoção de corante artificial FD&C azul no 2 Indigotina, com uso do fungo de degradação branca Trametes versicolor em combinação com a filtração lenta. Para a realização dos trabalhos, foram instalados dois protótipos de filtros lentos denominados FL-A e FL-B - ...

  8. Strains of Lentinula edodes suppress growth of phytopathogenic fungi and inhibit Alagoas serotype of vesicular stomatitis virus Linhagens de Lentinula edodes inibem fungos fitopatogênicos e o vírus da estomatite vesicular, sorotipo Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma H. Sasaki

    2001-03-01

    Full Text Available Four Lentinula edodes strains (Le10, 46, K2, Assai were assessed for their antagonistic effect on four filamentous fungus species of agricultural importance (Helminthosporium euphorbiae, Helminthosporium sp, Fusarium solani and Phomopsis sojae and on Alagoas serotype of Vesicular Stomatitis Virus (VSA. The L. edodes strains studied had variable effects on the filamentous fungi and on VSA. The K2 and Le10 strains were antagonistic on the fungi assessed and the 46 and K2 strains were efficient on the Vesicular Stomatitis Virus. The results widened the list of beneficial effects of L. edodes on the control and prevention of animal pathogenic virus and filamentous fungi.Quatro linhagens de Lentinula edodes (Le10, 46, K2, ASSAI foram avaliadas quanto ao seu efeito inibitório sobre quatro espécies de fungos filamentosos de importância agrícola (Helminthosporium euphorbiae, Helminthosporium sp., Fusarium solani, Phomopsis sojae e sobre o sorotipo Alagoas vírus da estomatite vesicular (VSA. Foi observado que as linhagens de L. edodes estudadas apresentaram variabilidade quanto ao seu efeito, tanto sobre os fungos filamentosos quanto sobre o vírus VSA. As linhagens K2 e Le10 apresentaram-se antagônicas sobre os fungos e as linhagens 46 e K2 foram eficientes na inibição do vírus VSA. Os resultados obtidos permitem ampliar a lista de efeitos benéficos de algumas linhagens de L. edodes no controle e prevenção de vírus patogênicos animais e de fungos filamentosos.

  9. Fungos endofíticos associados a acículas de Pinus taeda Endophytic fungi associated to Pinus taeda needles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ida Chapaval Pimentel

    2010-03-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou estudar os fungos endofíticos em acículas de árvores jovens de Pinus taeda L. e avaliar o efeito da posição de coleta na árvore. As amostras foram coletadas em duas alturas (30-50 cm e 100-130 cm acima do solo e nas quatro posições cardeais (norte, sul, leste e oeste, em plantas com 18 meses de idade, localizadas em Colombo, PR, Brasil. As acículas foram submetidas a assepsia e fragmentos com 10 mm de comprimento foram plaqueados em meio BDA e incubados a 28 °C, sob fotofase de 12 h, por 15 dias. Para a identificação, as estruturas reprodutivas dos fungos foram produzidas pelo método do microcultivo. Foram isolados e identificados dezessete gêneros: Alternaria, Aspergillus, Cladosporium, Colletotrichum, Coniothyrium, Diplodia, Drechslera, Hansfordia, Monocillium, Nodulisporium, Panidio, Papulaspora, Pestalotiopsis, Phialophora, Pithomyces, Rhizoctonia e Xylaria Alguns morfotipos sem identificação foram Mycelia sterilia e fungos demaciáceos. O número de isolados da altura 30-50 cm foi significativamente maior que na outra altura. Não foi observada diferença significativa no número de isolados entre as posições cardeais de uma mesma altura. Diferenças significativas foram observadas entre os gêneros isolados e Xylaria foi o gênero mais frequente.The present work aimed to study the endophytic fungi in Pinus taeda needles and to evaluate the effect of sample points in the tree. Samples were collectd in two different heights (30-50 cm and 100-130 cm over ground and cardinal positions (North, South, East and West in plants with 18 months old, located at Colombo, PR, Brazil. The needles were sucessively washed in sterile destilled water, 70 % ethanol, NaHClO 3 %, 70 % ethanol and sterile destilled water. Needle fragments of 10 mm of lenth were plated in PDA medium, incubated at 28 °C, fotophase 12h to 15 days. The reproductive structures of fungi were produced by microculture technique. Seventeen

  10. Polimorfismo do fungo simbionte de formigas cortadeiras submetido à luz ultravioleta Polymorphism of the cutting ants symbiotic fungus submitted to ultraviolet light

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina da Silva Borba

    2007-10-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo verificar o efeito de diferentes períodos de luz ultravioleta sobre a similaridade genética do fungo simbionte de formigas cortadeiras pertencentes às espécies Acromyrmex ambiguus, Acromyrmex crassispinus e Acromyrmex lundi, através da técnica AFLP. Os fungos foram inoculados em meio de cultura Pagnocca e mantidos em câmaras climatizadas à temperatura de 25 + 1°C e escotofase de 24h, por um período de 15 dias. Posteriormente, foram expostos à luz ultravioleta por períodos de: 0, 5, 10, 15, 20, 25 e 30 minutos. Aos 45 dias após o tratamento, foi realizada a extração do DNA e padronização, realizando-se as reações de PCR por meio de 24 combinações de primers AFLP, das quais quatro foram selecionadas por apresentarem maior polimorfismo e consistência. Os dados moleculares foram transformados em matriz binária e analisados pelo programa estatístico NTSYS v. 2.1. As quatro combinações de primers utilizadas geraram 152 bandas polimórficas. As populações de fungos originárias de diferentes espécies de Acromyrmex apresentaram uma similaridade genética média de 37%, sendo que a indução de mutação através da luz ultravioleta permitiu obter isolados mais dissimilares.The present research was aimed at verifing the effect of different periods of ultraviolet light on the development of the symbiont fungus of leaf cutting ants belonging to the species Acromyrmex ambiguus, Acromyrmex crassispinus and Acromyrmex lundi, through the AFLP technique. The fungus were inoculated in Pagnocca's medium and maintained in climatized cameras at 25 + 1°C and 24 hours of darkness, for a period of 15 days. After that, they were exposed to ultraviolet light for 0, 5, 10, 15, 20, 25, and 30 minutes. At 45 days after the treatment, the extraction and standardization of DNA was performed. PCR reactions were tested using 24 AFLP primer combinations, from which four were selected because they presented

  11. Avaliação da resistência de 47 acessos de mangueira aos fungos Fusicoccum aesculis e Neofusicoccum parvum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diógenes da Cruz Batista

    2012-09-01

    Full Text Available A mangicultura praticada no Submédio do Vale do São Francisco é considerada um dos principais destaques no comércio externo do País. Dentre as diversas variedades cultivadas, a Tommy Atkins é a que representa a maior parte das exportações. Entretanto, a magnitude das perdas por podridões pós-colheita, causadas por fungos Botryosphaeriaceae, é sempre uma grande preocupação para exportadores e importadores da fruta. A busca por métodos de controle mais eficazes e limpos é uma tendência mundial. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a reação de frutos, de 47 acessos de mangueiras, quanto à resistência aos fungos Fusicoccum aesculis e Neofusicoccum parvum. As inoculações foram realizadas mediante deposição de disco do meio de cultura batata-dextrose-ágar (BDA, contendo estruturas do patógeno sobre duas posições opostas na região equatorial da manga, mantido, posteriormente, por 24 horas em câmara úmida. Foram realizadas medições das lesões até o sétimo dia, com uma régua milimetrada. Com os registros dos crescimentos das lesões, foram calculadas as taxas diárias de crescimento da lesão (TDCL's para cada acesso. As maiores TDCLs foram observadas nos acessos 'Roxa' e 'Lita', quando inoculados com F. aesculis, e nos acessos 'Roxa', 'Ruby', 'Papo de peru', 'CPAC 22/93', 'Pingo-de-ouro', 'Pêssego' e 'M13269', quando inoculados com N. parvum. Os acessos 'Nego-não-chupa', 'Manga-d'água', 'Juazeiro VI', 'Juazeiro VII' e 'Favo-de-mel' foram os que apresentaram, concomitantemente, as menores TDCLs para ambos os patógenos e diferenças significativas em relação aos demais acessos.

  12. Fósforo adicionado e fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e nutrição mineral de limoeiro-cravo [Citrus limonia (L. OSBECK

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Melloni

    2000-12-01

    Full Text Available Visando estudar a influência de fósforo adicionado e fungos micorrízicos arbusculares (FMAs no crescimento e nutrição mineral de limoeiro-cravo, instalou-se um experimento em casa de vegetação, com delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 6 x 3, sendo os fatores: (a seis doses de P (0, 50, 100, 150, 200 e 250 mg kg-1 de substrato e (b duas espécies de FMAs (Glomus etunicatum e G. intraradices e um controle sem FMA, com três repetições, em vasos de 1,7 dm³ de substrato. Após cinco meses do transplantio das mudas de limoeiro-cravo, avaliaram-se a altura, diâmetro do caule, matéria seca da parte aérea das plantas, nutrientes acumulados na parte aérea e percentagem de colonização radicular. No substrato, avaliaram-se o comprimento de micélio extra-radicular ativo (MEA e total (MET de FMAs. O porta-enxerto limoeiro-cravo apresentou alta dependência micorrízica na absorção dos nutrientes, quando inoculado com G. intraradices, o que resultou em maior altura, diâmetro de caule e matéria seca da parte aérea das plantas. Apenas essa espécie de FMA formou micorriza com o hospedeiro, com valores de colonização radicular inversamente proporcionais às doses de P adicionado. Houve aumento de MEA e MET com o aumento das doses de P, com alta correlação entre o primeiro e a absorção de nutrientes. Apesar de não colonizar o hospedeiro, a infestação com G. etunicatum resultou em valores de MEA e MET superiores aos do controle, indicando, talvez, capacidade saprofítica desse fungo para sobreviver no substrato.

  13. Qual seria a fonte de fungos miceliais encontrados em leite humano ordenhado? What is the source of mycelial fungi in expressed human milk?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franz Reis Novak

    2002-06-01

    Full Text Available Caracterizou-se os gêneros de fungos miceliais encontrados em amostras de leite humano ordenhado, recebidas a partir de coleta domiciliar, pelo Banco de Leite Humano do Instituto Fernandes Figueira. Foram analisadas 821 amostras de leite humano ordenhado, obtidas ao acaso, a partir de frascos coletados nos domicílios pelas próprias doadoras, e realizadas pesquisas de bolores e leveduras e microrganismos mesófilos. As análises revelaram a ocorrência de bolores e leveduras em 43 (5,2% das amostras, com contagens atingindo a ordem de 10³UFC/ml, tendo sido isoladas 48 cepas de fungos miceliais, que foram identificadas por técnicas padrão de laboratório, como as seguintes: Aspergillus Grupo Niger (6,3%, Aspergillus sp. (4,2%, Paecilomyces sp. (12,6%, Penicillium sp. (60,4%, Rhizopus sp. (2,0% e Syncephalastrum sp. (14,5%. Discute-se a importância do controle da assepsia das mãos das doadoras, antes da coleta do leite humano.The authors characterized the genera of mycelial fungi found in samples of expressed human milk received through home collection by the Human Milk Bank of the Instituto Fernandes Figueira in Rio de Janeiro. A total of 821 samples of expressed human milk were taken randomly from bottles collected at home by the milk donors themselves and were investigated for molds, yeasts, and mesophilic microorganisms. The analyses showed the occurrence of molds and yeasts in 43 (5.2% of the samples, with counts reaching 103CFU/ml. Some 48 strains of mycelial fungi were identified by standard laboratory techniques, including: Aspergillus Niger group (6.3%, Aspergillus sp. (4.2%, Paecilomyces sp. (12.6%, Penicillium sp. (60.4%, Rhizopus sp. (2.0%, and Syncephalastrum sp. (14.5%. The authors discuss the importance of donor hands' asepsis prior to collecting human milk.

  14. FUNGI INCIDENCE ON Jatropha curcas L. SEEDS INCIDÊNCIA DE FUNGOS EM SEMENTES DE PINHÃO-MANSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charline Zaratin Alves

    2011-07-01

    ção de recomendações de manejo de uma cultura. Dessa forma, objetivou-se determinar os patógenos associados a sementes de pinhão-manso, para possibilitar o desenvolvimento de estratégias de controle dos mesmos. Para o teste de sanidade, utilizou-se o método do papel de filtro (blotter test, modificado com restritor hídrico NaCl - 1,0 MPa, e avaliação após sete dias de incubação, a 25ºC, com fotoperíodo de 12 horas. As sementes de pinhão-manso analisadas apresentaram alta frequência de espécies fúngicas, independentemente da desinfestação superficial das mesmas. Foram observados 19 gêneros de fungos, destacando-se Alternaria alternata, Colletotrichum sp.,

  15. Airborne fungi causing respiratory allergy in patients from Fortaleza, Ceará, Brazil Fungos anemófilos causando alergia respiratória em pacientes na cidade de Fortaleza, Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everardo Albuquerque Menezes

    2004-04-01

    Full Text Available The dispersal of airborne fungi is made through atmospherical air. Knowledge of anemophilous fungi in a given city is important for the ecological diagnosis and specific treatment of allergic manifestations induced by inhaled allergens. Their use in individuals' allergy is widespread, and probably will remain so in the years to come. The purpose of this research was to make a relationship between the airborne fungi and the patients' respiratory allergy (asthma and rhinitis from the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. First a research was made in Fortaleza about the fungal allergens dispersed in atmospherical air. Fungal allergen extracts were made from the ten most predominant moulds in the air, using sodium bicarbonate. The prick tests were made in fifty patients with asthma and rhinitis and in ten healthy persons (with no respiratory allergy. The positive test was made using histamine and the negative test with sodium bicarbonate preparation. The predominant fungi in the air of Fortaleza were: Aspergillus, Penicillium, Curvularia, Cladosporium, Mycelia sterilia, Fusarium, Rhizopus, Drechslera, Absidia and Alternaria. As determined by the prick test: three fungal extracts (Aspergillus, Alternaria and Drechslera were positive in all patients; two (Penicillium and Curvularia were positive in thirty-five patients; two (Cladosporium and Mycelia sterilia were positive in thirty patients; and three (Rhizopus, Absidia and Fusarium were positive in nine patients. All the control tests were negative. All the ten most predominant anemophilous fungi isolated in the air could provoke skin test reactivity in individuals with respiratory allergy in Fortaleza.Os fungos anemófilos estão dispersos no ar atmosférico. O conhecimento dos fungos anemófilos em uma cidade é importante para o diagnóstico ecológico e o tratamento específico de manifestações alérgicas induzidas pela inalação de alérgenos. Os fungos alergênicos são usados para o

  16. Comportamento de cultivares de arroz irrigado em relação a fungos manchadores de sementes Performance of lowland rice cultivam to seed discoloration fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaciro Soave

    1985-01-01

    Full Text Available Em ensaios regionais instalados no ano agrícola de 1980/81, em Tremembé e Pindamonhangaba (SP, determinaram-se, em 37 cultivares de arroz irrigado, os fungos responsáveis por manchas em sementes de arroz e o comportamento desses cultivares em relação a cada fungo detectado. Amostras de sementes foram coletadas da produção total de cada parcela experimental, procedendo-se à separação visual das sementes manchadas e sem manchas e, posteriormente, aos cálculos da porcentagem de sementes manchadas e da porcentagem de perda de peso devida às manchas. Testes de patologia de sementes detectaram a presença das seguintes espécies de fungos: Alternaria sp. Cephalosporium sp., Cladosposium spp., Corynespora sp., Curvularia spp., Epicoccum spp., Fusarium moniliforme, Helminthosporium oryzae, Phoma spp., Pyricularia oryzae, Rhizoctonia solani, Rhynchosporium oryzae, Trichoconiella padwickii, Trichoderma sp. e Trichothecium sp. Diferenças altamente significativas entre o número de sementes manchadas e sem manchas foram observadas para os fungos H. oryzae, Phoma spp., R. oryzae e T. padwickii nos dois locais, patógenos então considerados os principais responsáveis pela manchas de sementes observadas. A análise conjunta das duas localidades para cada parâmetro revelou 32 cultivares com menor porcentagem de sementes manchadas do que o controle comercial, quatro cultivares com menor porcentagem de perda de peso devida às manchas, 24 com menor porcentagem de sementes com H. oryzae, seis com menor porcentagem de sementes com Phoma spp,, todos os cultivares com menor porcentagem de sementes com R. oryzae e onze com menor porcentagem de sementes com T. padwickii do que o controle comercial. Considerando todos os parâmetros avaliados na análise conjunta e obtidos para as duas localidades, concluiu-se que os cultivares PI-1291, PI-1356, PI-1377, IR 1544, P2-48, P2-S2, P2-S1-78, L-17-72 e GI-6904-6 apresentaram melhor comportamento que os demais

  17. Simulação do impacto do fungo Nomuraea rileyi em populações da lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sujii Edison Ryoiti

    2002-01-01

    Full Text Available O fungo entomopatogênico Nomuraea rileyi (Farlow Samson produz epizootias em populações de lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis (Huebner, controlando naturalmente a praga em determinadas condições. No entanto, a epizootia nem sempre ocorre a tempo de evitar que as populações desta praga causem dano econômico à cultura. Foi criado um modelo matemático para simular a ocorrência de N. rileyi em populações de A. gemmatalis nas lavouras de soja da Flórida, EUA. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema que integrasse esse modelo a outros modelos (fenologia da soja e da praga, interações inseto-planta e dinâmica populacional da praga, a fim de gerar simulações mais precisas no manejo da praga. Estes modelos foram construídos a partir de estudos ecológicos dos organismos envolvidos, conduzidos nas áreas de soja no Brasil. O sistema integrado foi desenvolvido com base em equações de diferenças que são processadas pelo programa STELLA, versão 5.0 Research. A avaliação do modelo em Planaltina, DF, e Londrina, PR, demonstraram que o sistema é capaz de simular a ocorrência de epizootias ou explosões populacionais da lagarta da soja.

  18. Occurrence of filamentous fungi in Simulium goeldii Cerqueira & Nunes de Mello (diptera: simuliidae larvae in central Amazonia, Brazil Ocorrência de fungos filamentosos associados a larvas de Simulium goeldii Cerqueira & Nunes de Mello da Amazônia Central, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quézia Ribeiro Fonseca

    2008-06-01

    Full Text Available The family Simuliidae is the host of simbiontes fungi that inhabit the digestive tracts of arthropods. This paper reports the presence of fungi in Simulium goeldii Cerqueira & Nunes de Mello larvae in Amazonia. We observed that the larvae are a good component of aquatic systems to isolate filamentous fungi.A família Simuliidae é hospedeira de fungos simbiontes que habitam o trato digestivo de artrópodos. Este estudo reporta a presença de fungos em larvas de Simulium goeldii Cerqueira & Nunes de Mello da Amazônia. Foi observado que as larvas são bons componentes do sistema aquático para isolar fungos filamentosos.

  19. Patogenicidade de Beauveria bassiana ao psilídeo Diaphorina citri e compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários Beauveria bassiana pathogenicity to Diaphorina citri and compatibility of the fungus with phytosanitary products

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Ferreira Pinto

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade de Beauveria bassiana a ninfas de Diaphorina citri (Hemiptera: Psyllidae e verificar a compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários e sua persistência em plantas de citros. Ninfas de D. citri foram pulverizadas com B. bassiana, nas concentrações 5x10(6, 1x10(7, 5x10(7, 1x10(8, 5x10(8 e 1x10(9 conídios mL-1, para determinação da concentração letal. Para avaliação da compatibilidade do fungo com produtos fitossanitários, extrato de nim e cinco inseticidas de quatro grupos químicos diferentes foram incorporados individualmente ao meio de cultura BDA em que o fungo foi cultivado. Avaliaram-se o crescimento vegetativo, a esporulação e a viabilidade do entomopatógeno. Plantas de citros, mantidas em casa de vegetação, foram tratadas primeiramente com os produtos fitossanitários e depois com o entomopatógeno. Avaliaram-se os tempos de exposição de 24 horas e de 7 e 14 dias. O fungo foi patogênico às ninfas de D. citri; a CL50 foi de 0,4x10(7 e a CL90 de 6,7x10(7 conidios mL-1, no décimo dia de avaliação. Em laboratório, os produtos fitosssanitários reduzem o crescimento do fungo. Em casa de vegetação, os produtos não afetam a sobrevivência do fungo nas plantas de citros.The objective of this work was to evaluate the pathogenicity of Beauveria bassiana to Diaphorina citri (Hemiptera: Psyllidae nymphs, and to check the compatibility of the fungus with phytosanitary products, and its persistence in citrus plants. Nymphs of D. citri were sprayed with B. bassiana in the concentrations 5x10(6, 1x10(7, 5x10(7, 1x10(8, 5x10(8 and 1x10(9 conidia mL-1 for lethal concentration determination. In order to evaluate the compatibility of the phytosanitary products with the fungus, neem extract and five insecticides of four different chemical groups were individually added to PDA culture medium, in which the fungus was cultivated. Vegetative growth, sporulation and viability

  20. Crescimento do fungo simbionte de formigas cortadeiras do gênero Acromyrmex em meios de cultura com diferentes extratos Growth of symbiont fungi of cutter ants of the genus Acromyrmex in means of culture with different extracts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina da Silva Borba

    2006-06-01

    Full Text Available As formigas cortadeiras mostram preferência por algumas espécies vegetais, as quais são constantemente desfolhadas, enquanto outras não são atacadas, embora sejam abundantes e localizadas próximas ao ninho. As formigas dos gêneros Atta e Acromyrmex cortam plantas e transportam pedaços para os formigueiros. O material vegetal é usado para o cultivo do fungo Leucoagaricus gongylophorus, do qual se alimentam. Vários trabalhos utilizando extratos de plantas têm sido realizados para avaliar o efeito sobre o desenvolvimento do fungo simbionte. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de meios de cultura acrescidos de diferentes extratos sobre o crescimento do fungo L. gongylophorus. Fungos das espécies Acromyrmex ambiguus, Acromyrmex crassispinus, Acromyrmex heyeri e Acromyrmex lundi foram inoculados nos meios Ágar Nutritivo e BDA, ambos acrescidos de melaço e de extratos de azevém (Lolium multiflorum Lam., tifa (Typha angustifolia L. e formiga (Atta sexdens piriventris. O meio Pagnocca foi utilizado como padrão. As placas foram mantidas em câmaras climatizadas à temperatura de 25 + 1°C e escotofase de 24 hs, por um período de 49 dias. O crescimento fúngico foi avaliado com base no diâmetro da colônia, sendo este avaliado em intervalos semanais, totalizando sete avaliações. Também foi avaliado o peso seco do fungo aos 53 dias. Os resultados mostraram que o fungo cultivado por diferentes espécies de formigas tem crescimento diferenciado em meios de cultura com diferentes extratos.The cutter ants show preference for some vegetable species, which are constantly defoliated, while others are not attacked, although they are abundant and located close to the nest. The ants of the goods Atta and Acromyrmex cut plants and they transport pieces to the anthills. The vegetable material is used for the cultivation of the mushroom Leucoagaricus gongylophorus, mushroom from of which theyfeed. Several works using extracts of

  1. Seletividade de fungicidas cúpricos e sistêmicos sobre o fungo Cladosporium cladosporioides em cafeeiro Selectivity of cupric and systemic fungicides on Cladosporium cladosporioides in coffee plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sára Maria Chalfoun

    2007-03-01

    Full Text Available A ocorrência do fungo Cladosporium sp. em frutos do cafeeiro é freqüente e coincide com o período de controle de doenças desta cultura. O fungo Cladosporium sp. tem sido relatado associado a cafés de boa qualidade portanto, é importante que os fungicidas sejam seletivos aos agentes antagonistas de fungos deletérios à qualidade do café sendo o Cladosporium sp incluído neste grupo. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi testar a seletividade de alguns produtos utilizados visando o controle de doenças do cafeeiro sobre o fungo Cladosporium cladosporioides (Fres. de Vries. O trabalho foi desenvolvido em uma lavoura da cultivar Acaiá Cerrado MG 1474, com 6 anos de idade no espaçamento adensado de 2,0 x 0,6 m, onde foram testados produtos preventivos, a base de cobre, e sistêmico, aplicados isoladamente e associados. Foram empregados como produtos cúpricos o oxicloreto de cobre (50% de cobre metálico e Calda Viçosa comercial e como sistêmico o epoxiconazole. A avaliação da incidência de C. cladosporioides foi realizada através de notas subjetivas, em quatro épocas, registrando em porcentagem a área com crescimento fúngico sobre os frutos do cafeeiro. Verificou-se que enquanto nos tratamentos com fungicida epoxiconazole aplicado isoladamente ou associado ao fungicida cúprico o fungo apresentava-se inicialmente com baixa incidência, aumentando progressivamente a partir do mês de maio, nos tratamentos com apenas fungicidas cúpricos a incidência do fungo mostrou-se elevada desde maio, indicando não ter sido afetada e/ou mesmo favorecida por pulverizações anteriores do produto.The occurrence of Cladosporium cladosporioides on coffee fruits is frequently and coincides with the control of others diseases in coffee plants. The fungus Cladosporium sp. has been found associated with coffee of good quality; therefore, it is important to use of selective fungicides to preserve it. On the study, six years old, coffee

  2. Arbuscular mycorrhizal fungi and the occurrence of flavonoids in roots of passion fruit seedlings Fungos micorrízicos arbusculares e a ocorrência de flavonóides em raízes de mudas de maracujazeiro amarelo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Fermino Soares

    2005-08-01

    Full Text Available Composition and the role of root flavonoids in the regulation of mycorrhizal symbiosis are still poorly understood. Several flavonoids stimulate spore germination, mycelia growth and root colonization by arbuscular mycorrhizal fungi (AMF, and both root colonization and flavonoid composition are affected by plant nutritional status. Effects of AMF on the occurrence and content of aromatic secondary metabolites in the roots of passion fruit seedlings grown under two levels of phosphorus (P fertilization (10 and 50 mg kg-1 of phosphorus was studied. Seedlings were inoculated with Glomus clarum and a population of native fungi from a passion fruit plantation. Methanolic extracts of passion fruit seedlings roots were analyzed by high performance liquid chromatography (HPLC. It was recorded the occurrence of several compounds, possibly flavonoids, with seven major peaks. The root contents of the compound with a retention time of 4.5 minutes, varied in response to the root colonization by different mycorrhizal fungi, and the contents of two compounds with retention times of 3.4 and 18.9 minutes varied due to the poor plant growth and nutritional status. Passion fruit seedlings have several aromatic compounds, and their contents were correlated with root colonization by different mycorrhizal fungi, the reduced seedling growth due to nutritional stress, and/or the plant defense responses to the fungi.Os flavonóides nas raízes e seu papel na regulação da simbiose com fungos micorrízicos não são bem conhecidos. Vários flavonóides estimulam a germinação de esporos, crescimento micelial e colonização micorrízica. Ambos, a colonização micorrízica e a composição de flavonóides nas raízes são afetados pelo estado nutricional da planta. Avaliou-se o efeito de fungos micorrízicos arbusculares sobre a ocorrência e concentração de substâncias, possivelmente metabólitos aromáticos secundários pertencentes à classe dos flavonóides, em

  3. Identificação de espécies de Colletotrichum associados à antracnose em plantas de atemóia e colonização do fungo nos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Firmino

    2014-12-01

    Full Text Available A atemóia é um híbrido Annona cherimola com A. squamosa. A antracnose, causada por Colletotrichum sp., é uma importante doença da atemóia, causando danos em diferentes órgãos da planta, destacando àqueles causados nos frutos, tanto na pré como na pós-colheita. Diante deste problema, o presente trabalho teve como objetivo realizar a identificação de espécies de Colletotrichum associados à antracnose em plantas de atemóia através do seqüenciamento de diferentes regiões do DNA deste fungo e acompanhar as etapas de colonização de frutos de atemóia por este fungo através de microscopia eletrônica de varredura. Após extração de DNA, foi realizado o seqüenciamento dos genes da β-tubulina e α-elongase e da região do ITS-5.8S rDNA do DNA dos fungos. Das 15 amostras sequenciadas seis foram identificadas como Colletotrichum acutatum e as outras foram identificadas como C. boninense. A espécie C. acutatum foi encontrada somente em amostras obtidas de folhas de atemóia, enquanto que a espécies C. boninense foi identificada de amostras obtidas de frutos, ramos e folhas doentes. Todas as etapas da doença ocorreram nas 48 horas, sendo que foi observada a germinação dos esporos entre duas e quatro horas após a inoculação

  4. Incidência de fungos e qualidade fisiológica de sementes de pinhão manso (Jatropha curcas L. após o armazenamento criogênico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Míriam Goldfarb

    2010-04-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n1p19 O objetivo deste trabalho foi avaliar a incidência de fungos e qualidade fisiológica de sementes de pinhão manso crioarmazenadas a -170ºC e a -196ºC. A pesquisa foi realizada nos setores de Criogenia/UFCG, Fitossanidade/UFPB e Embrapa Algodão. O material apresentava um teor de água de 8% b.u., sendo 200 sementes armazenadas em botijões criogênicos com nitrogênio nas fases de vapor e líquido, com quatro períodos de armazenamento (0, 30, 60 e 90 dias constituindo-se os tratamentos. Decorrido cada período, as sementes foram submetidas ao teste de sanidade (Blotter test e germinação. Foi realizada a desinfestação superficial, e o material distribuído em placas de Petri sendo incubado a 25 ± 2ºC durante sete dias. A avaliação da incidência de fungos nas sementes foi realizada com microscópio estereoscópio através das observações das estruturas fúngicas, sendo os dados demonstrados em percentagem de sementes infectadas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com temperaturas x dias de armazenamento. Aos 30 dias, foi detectada uma maior incidência fúngica, com predominância de Aspergillus sp., Cladosporium sp. e Fusarium sp. Concluiu-se que a crioconservação nas temperaturas criogênicas estudadas não reduziu a incidência de fungos nas sementes de pinhão manso e a qualidade fisiológica foi preservada durante a crioconservação.

  5. Fungos e micotoxinas em grãos de cevada (Hordeum vulgare L.) cervejeira, descontaminação pelo gás ozônio e segurança de cervejas artesanais

    OpenAIRE

    Piacentini, Karim Cristina

    2015-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2015. A cevada (Hordeum vulgare L sp. vulgare) é considerada um dos cereais mais importantes no contexto mundial. Atualmente, uma preocupação latente da indústria cervejeira é o crescimento de fungos filamentosos nos grãos, que acorre devido ao manejo inadequado da matéria prima durante o armazenamento (excesso de umidade), a conde...

  6. Análise de adesão do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae para o controle de Alphitobius diaperinus (cascudinho em instalações avícolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano de Araújo Cassiano

    2008-10-01

    Full Text Available Este trabalho permitiu a construção de um modelo estatístico para a adesão de conídios do fungo Metarhizium anisopliae diante de diferentes níveis de concentração e tempo, além de avaliar seu potencial para o controle do cascudinho (Alphitobius diaperinus, importante praga da avicultura, causadora de danos às aves pelos ferimentos no trato digestivo e pela transmissão de várias doenças. O estudo da adesão sobre o tegumento é de grande importância, pois a adesão representa um evento complexo, sendo o primeiro do ciclo das relações patógeno-hospedeiro que ocorre após a deposição do fungo sobre o inseto e visa a preparação do local para a fase de penetração. Insetos adultos do cascudinho foram expostos a três concentrações do fungo: 1x10³, 1x10(6 e 1x10(9 conídios/mL, sendo 5, 10 e 15 minutos de exposição em cada concentração. Para verificar o potencial de controle de M. anisopliae, os insetos foram colocados para caminhar sobre uma massa de conídios crescida em meio BDA por 10 minutos, resultando num potencial de inóculo de 8,1x10(8 conídios/mL, a mortalidade foi avaliada durante 21 dias consecutivos, onde se verificou uma mortalidade de 74% em larvas após 48h, e 50% de mortalidade em adultos após 15 dias de exposição ao fungo. A análise de variância (ANOVA mostrou que existe influência e interação de ambos os efeitos: concentração e tempo.

  7. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP Filamentous fungi from the soil of the "Ilha dos Eucaliptos" in the "Represa do Guarapiranga" in São Paulo State, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Barros dos Santos

    1998-04-01

    Full Text Available Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão e junho - época fria e seca (inverno de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram obtidos 44 táxons de fungos (Zygomycota, Ascomycota e fungos mitospóricos, distribuídos em 92 ocorrências. No solo sob a floresta de Eucalyptus spp. foram encontrados 20 táxons (31 ocorrências de fungos, no solo da interseção 32 táxons (38 ocorrências e no solo da mata secundária 16 táxons (23 ocorrências. Similaridade de 47% foi encontrada entre a micota do solo sob Eucalyptus com a da interseção, e desta com a micota da mata secundária. A micota do solo sob Eucalyptus e a da mata secundária apresentaram 39% de similaridade. Na época quente e úmida (verão a micota terrestre da Ilha foi composta por 26 táxons de fungos (47 ocorrências e na época fria e seca (inverno por 32 táxons (45 ocorrências, com 46% de similaridade entre ambas. Pela diluição em série foram isolados 33 táxons (60 ocorrências e pela técnica da placa de solo, 22 táxons (32 ocorrências. O número de colônias de fungos foi significativamente maior no solo da mata secundária, seguido pela vegetação de interseção e a floresta de Eucalyptus, independentemente da época de coleta. O possível efeito inibitório de Eucalyptus sobre a comunidade dos fungos do solo da Ilha pode ter sido expresso pela diminuição do número de colônias na área reflorestada, no entanto, não afetou a diversidade dos fungos, que se apresentou elevada nos três tipos de vegetação.The aim of the present study was to compare the diversity of the fungi in the soil

  8. Fungos toxigênicos em solos de vinhas, uvas e mostos e Ocratoxina A em vinhos e sucos do Vale do Submédio São Francisco

    OpenAIRE

    Terra, Michelle Ferreira

    2014-01-01

    A ocratoxina A (OTA) tem sido freqüentemente encontrada como contaminante de uvas, vinhos e suco de uva, sendo considerada uma das micotoxinas mais prejudiciais para a saúde humana. Neste contexto, este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar a ocorrência de fungos ocratoxigênicos do gênero Aspergillus Seção Nigri em solos cultivados com videiras, uvas e mostos do Nordeste brasileiro, bem como verificar os níveis de Ocratoxina A em vinhos e sucos de uva elaborados com variedades cultiv...

  9. Inoculação de fungos micorrízicos arbusculares e adubação fosfatada em mudas de cajueiro-anão-precoce Inoculation of arbuscular micorrhizal fungi and phosphate fertilization on dwarf cashew seedlings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olmar Baller Weber

    2004-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA nativos e exóticos e da adubação fosfatada no crescimento e no acúmulo de nutrientes em mudas do cajueiro-anão-precoce CCP 76. O experimento, realizado em casa de vegetação, constou de um arranjo fatorial (4x2, sendo três misturas (duas comunidades de FMA nativos e o produto comercial Mycogold mais o controle sem fungo e duas doses de fósforo (0 e 87 mg/L. Os fungos nativos eram formados pelas espécies Glomus etunicatum, G. glomerulatum, Scutellospora sp. e Acaulospora foveata, da primeira comunidade, e G. etunicatum, Entrophospora sp. e Scutellospora sp., da segunda comunidade. Observou-se resposta das mudas do cajueiro ao fósforo aplicado no solo. A associação simbiótica com os fungos da primeira comunidade e do produto comercial foi vantajosa no desenvolvimento das mudas do cajueiro, aos quatro meses da semeadura.This work aimed to evaluate the effects of the inoculation of native and exotic arbuscular micorrhizal fungi (AMF and of the phosphate fertilization on plant growth and nutrient accumulation in dwarf cashew CCP 76. A greenhouse experiment, using a factorial arrangement (4x2, with three mixtures (two native communities of AMF and the commercial Mycogold product besides a control without fungi and two dosages of phosphorus (0 and 87 mg/L was carried out. Native AMF were represented by the species Glomus etunicatum, G. glomerulatum, Scutellospora sp. and Acaulospora foveata, from the first community, and G. etunicatum, Entrophospora sp. and Scutellospora sp., from the second community. The cashew seedlings presented a low response to the phosphorus treatment. The symbiotic plant association with the native fungi of the first community and exotic fungi of the commercial product allowed a better plant growth four months after cashew nut sown.

  10. Isolation and characterization of a chitinase gene from entomopathogenic fungus Verticillium lecanii Isolamento e caracterização de um gene de quitinase do fungo entomopatogênico Verticillium lecanii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yanping Zhu

    2008-06-01

    Full Text Available Entomopathogenic fungus Verticillium lecanii is a promising whitefly and aphid control agent. Chitinases secreted by this insect pathogen have considerable importance in the biological control of some insect pests. An endochitinase gene Vlchit1 from the fungus was cloned and overexpressed in Escherichia coli. The Vlchit1 gene not only contains an open reading frame (ORF which encodes a protein of 423 amino acids (aa, but also is interrupted by three short introns. A homology modelling of Vlchit1 protein showed that the chitinase Vlchit1 has a (α/β8 TIM barrel structure. Overexpression test and Enzymatic activity assay indicated that the Vlchit1 is a functional enzyme that can hydrolyze the chitin substrate, so the Vlchit1 gene can service as a useful gene source for genetic manipulation leading to strain improvement of entomopathogenic fungi or constructing new transgenic plants with resistance to various fungal and insects pests.O fungo entomopatogênico Verticillium lecanii é um agente promissor no controle da mosca-branca e do pulgão. As quitinases secretadas por esse patógeno de insetos têm uma grande importância no controle biológico de doenças causadas por insetos. Um gene de endoquitinase Vlchit1 desse fungo foi clonado e expresso em Escherichia coli. O gene Vlchit contém não apenas um ORF que codifica uma proteína de 423 aminoácidos, mas também é interrompido por três pequenos introns. A modelagem de homologia da proteína Vlchit1indicou que a quitinase Vlchit1 tem uma estrutura (α/β 8 TIM barrel. Testes de expressão e de atividade enzimática indicaram que Vlchit1 é uma enzima funcional que hidroliza quitina, portanto o gene Vlchit pode ser um gene útil para manipulação genética para melhoramento de cepas de fungos entomopatogênicos ou para a construção de novas plantas transgênicas com resistência a várias doenças causadas por fungos e insetos.

  11. Colonização e crescimento de mudas de café inoculadas com fungo micorrízico arbuscular em solos com doses de P e umidades controladas

    OpenAIRE

    Moreira, Samuel Dias

    2014-01-01

    Os fungos micorrízicos arbusculares (FMA) são capazes de estimular o crescimento das plantas, sobre tudo pelo efeito na nutrição mineral e hidratação, onde possibilita maior absorção de água e nutrientes. Objetivou-se com esse trabalho avaliar a colonização e o crescimento de plantas de café inoculadas com FMA em solos com doses de fósforo (P) e diferentes umidades. Foram produzidas mudas de café (Coffea arabica) micorrizadas utilizando inóculos contendo esporos de Glomus calrum, Glomus etuni...

  12. Suscetibilidade de Oligonychus yothersi (Acari: Tetranychidae ao fungo Beauveria bassiana Susceptibility of Oligonychus yothersi (Acari: Tetranychidae to the fungus Beauveria bassiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Cassol de Oliveira

    2002-03-01

    Full Text Available A cultura da erva-mate (Ilex paraguariensis é uma importante atividade econômica no Sul do Brasil. Com o aumento de consumo nos anos oitenta, cresceram também as áreas de monocultura, gerando condições favoráveis para o aumento populacional de insetos e ácaros fitófagos, entre eles o ácaro vermelho Oligonychus yothersi. Este estudo avaliou a suscetibilidade do ácaro vermelho O. yothersi a vários isolados do fungo Beauveria bassiana. O experimento foi conduzido em Cascavel, PR. Discos foliares de erva-mate (2,2 cm² foram previamente infestados com 20 fêmeas adultas. Alíquotas de 1 mL de cada suspensão de conídios dos diferentes isolados de B. bassiana, ajustadas na concentração de 1,0x10(8 conídios mL-1 foram pulverizadas, separadamente, sobre um conjunto de 5 discos. Os discos foliares foram mantidos flutuando em água destilada, em caixas plásticas (3 cm de diâmetro, sob condições controladas. Diariamente, os ácaros mortos foram transferidos para câmara úmida, para confirmação de mortalidade causada pelo fungo. A mortalidade total variou entre 77 e 98% (6 dias após a aplicação, não permitindo diferenciar os isolados quanto à virulência (P>0,05. Já a mortalidade confirmada variou entre 19 e 75%, permitindo diferenciá-los (PThe Paraguay tea (Ilex paraguariensis crop is an important economical activity in Southern Brazil. With the increase of tea consumption in the 80s, the number of monoculture crops also increased, creating favorable conditions for the development of phytophagous insect and mite populations, such as the red mite Oligonychus yothersi. The objective of this study was to evaluate the susceptibility of the red mite O. yothersi to the several strains of the Beauveria bassiana fungus. The experiments were carried out in Cascavel, PR, Brazil. Leaf disks of Paraguay tea (2.2 cm² were previously infested with 20 adult females. Five disks were inoculated with 1 mL of each conidial suspension of B

  13. Ocorrência de bactérias diazotróficas e fungos micorrízicos arbusculares na cultura da mandioca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elcio Liborio Balota

    1999-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a ocorrência, isolar e identificar fungos micorrízicos arbusculares associados à cultura da mandioca (Manihot esculenta. Amostras de solo rizosférico e de várias partes da planta (raízes, tubérculos, manivas e folhas de locais nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, foram inoculadas nos meios LGI-P, NFb-malato e NFb-GOC, avaliando-se o número mais provável de células e a atividade de redução de acetileno. Bactérias diazotróficas foram isoladas de todas as partes da planta, com exceção das folhas, sendo identificadas como Klebsiella sp., Azospirillum lipoferum e uma bactéria denominada "E", provavelmente pertencente ao gênero Burkholderia. A Bactéria E acumulou de 7,63 mg a 14,84 mg de N/g de C em meio semi-sólido, isento de N, e conseguiu manter a capacidade de fixação biológica de N, mesmo após uma dezena de repicagens consecutivas. A colonização micorrízica variou de 31% a 69%, e a densidade de esporos de 10 a 384 esporos/100 mL de solo, predominando as espécies Entrophospora colombiana e Acaulospora scrobiculata no Rio de Janeiro, A. scrobiculata e Scutellospora heterogama no Paraná e em Piracicaba (São Paulo e A. appendicula e S. pellucida em Campinas (São Paulo.

  14. Revisionary notes on the fungus-growing ant genus Mycetarotes Emery (Hymenoptera, Formicidae Notas sobre as formigas cultivadoras de fungos do gênero Mycetarotes Emery (Hymenoptera, Formicidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio José Mayhé-Nunes

    2006-12-01

    Full Text Available Mycetarotes is a small genus of the exclusively Neotropical fungus-growing ants, that includes M. parallelus (Emery, M. senticosus Kempf, M. acutus Mayhé-Nunes and M. carinatus Mayhé-Nunes. We hereby revise historical and recent information regarding Mycetarotes species for the first time, providing an identification key to workers, diagnoses, synoptic illustrated redescriptions of the species, including those of sexuals when known, updates of distributional records, and nest pictures of M. carinatus and M. parallelus. We comment the taxonomy and phylogenetic relationships among Mycetarotes and related genera, and on their geographical distribution. The available biological information on the genus is summarized.O gênero Mycetarotes inclui quatro espécies de formigas cultivadoras de fungos, exclusivamente encontradas na região Neotropical: M. parallelus (Emery, M. senticosus Kempf, M. acutus Mayhé-Nunes and M. carinatus Mayhé-Nunes. Apresentamos pela primeira vez um resumo sobre as informações disponíveis para as espécies do gênero, fornecendo uma chave para a identificação das operárias, diagnoses e redescrições sinópticas ilustradas das espécies, incluindo as dos alados, quando conhecidos, atualização dos registros de distribuição e fotografias dos ninhos de M. carinatus e M. parallelus. Comentamos a taxonomia e as relações de parentesco entre Mycetarotes e gêneros cognatos, e sobre sua distribuição geográfica. As informações biológicas disponíveis sobre o gênero também foram resumidas.

  15. Remoção de BTEX por fungos em reator aeróbio de escoamento contínuo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Rodrigues

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO Foi estudada a remoção de compostos BTEX (benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos em reator de escoamento contínuo e mistura perfeita, com inóculo de Aspergillus niger AN 400, operado sob o tempo de detenção hidráulica (TDH de 12 horas para avaliar a eficiência do sistema na biorremediação de água poluída com gasolina na presença (Etapa I e na ausência (Etapa II de glicose (0,5 g.L-1. A água poluída com gasolina foi preparada na proporção de 10:1000 mL (gasolina:água. Na primeira etapa foi ainda estudada a influência da adição de nutrientes no afluente sobre a eficiência do processo. A adição de nutrientes foi benéfica ao processo e, mesmo com a retirada da glicose, a eficiência foi mantida, devido à metabolização do etanol - presente na gasolina brasileira em 25% - pelos fungos, sendo ambos fontes de carbono de assimilação mais fácil para obtenção de energia; o etanol e a glicose, foram usados como cossubstratos na degradação dos BTEX. Assim, na Etapa 2, quando somente havia o etanol no meio, chegou-se a percentuais médios de 88% para benzeno, 90% para tolueno, 90% para etilbenzeno, e de 91% para meta, para e orto-xileno (m, p e o-xileno, com formação de subprodutos fenólicos. A população fúngica predominou no meio ao longo de toda a operação do reator.

  16. Efeito de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento do abacateiro Effect of arbuscular mycorrhizal fungi on growth of avocado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samar Velho da Silveira

    2002-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a influência da inoculação de seis espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA (Glomus clarum, G. etunicatum, G. manihotis, Acaulospora scrobiculata, Scutellospora heterogama e Gigaspora margarita sobre o desenvolvimento vegetativo de mudas de abacateiro (Persea sp., nas fases de porta-enxerto, de muda enxertada e de muda no pomar. A influência dos FMA em abacateiros foi variável conforme a espécie do endófito em estudo. As espécies S. heterogama, A. scrobiculata, G. etunicatum e G. clarum colonizaram mais intensamente o sistema radicular dos abacateiros, promovendo melhor desenvolvimento vegetativo das plantas, na fase de porta-enxerto, ao longo do período de produção da muda e após o transplante para pomar.The objective of this work was to evaluate the influence of six arbuscular mycorrhizal fungi (AMF (Glomus clarum, G. etunicatum, G. manihotis, Acaulospora scrobiculata, Scutellospora heterogama and Gigaspora margarita on the vegetative growth, of grafted avocado plants (Persea sp., in the rootstocks phase, grafted plant and after transplant to the orchard. The influence of AMF in avocado plants varyed according to the endophytic mycorrhiza species under study. The species S. heterogama, A. scrobiculata, G. etunicatum and G. clarum were more effective in root colonization, promoting better vegetative growth of plants on the rootstock phase, during the plant production period and after the transplanting to the orchard.

  17. Influência de fungos micorrízicos-arbusculares em paricá (Schizolobium amazonicum cultivado no estado do Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanderlene Brasil Lucena

    2013-09-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou verificar a presença e a influência de fungos micorrízico-arbusculares (FMA em plantas de Schizolobium amazonicum em plantios comerciais na região Tocantina, estado do Pará. Plantas com um ano de idade foram avaliadas em campo, sendo selecionadas as 10 mais desenvolvidas e as 10 menos desenvolvidas. Para cada planta foi medida a altura, a maior circunferência do caule e contado o número de folhas. Ao mesmo tempo, amostras de solo rizosférico foram colhidas na projeção da copa. As amostras foram analisadas quanto ao teor de matéria orgânica, pH em CaCl2 e presença de hifas, vesículas, arbúsculos e esporos nas raízes finas. Foi realizada ainda a extração de esporos do solo, por centrifugação em solução de sacarose, utilizados para inoculação de plântulas de S. amazonicum em casa de vegetação. Foram constatadas correlações positivas entre as estruturas fúngicas internas das raízes e os parâmetros medidos nas plantas em campo. Em casa de vegetação a inoculação de esporos aumentou significativamente o crescimento em altura das plântulas.

  18. EFEITO DE FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES E DA ADUBAÇÃO NO CRESCIMENTO DE MUDAS DE Eugenia uniflora L., PRODUZIDAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SAMANTA JAQUELINE DALANHOL

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs, da adubação e da composição do substrato no crescimento de mudas de Eugenia uniflora. As sementes foram germinadas em vermiculita média e repicadas para tubetes (100 cm3 contendo substratos à base de vermicomposto e casca de arroz carbonizada e, como controle, utilizou-se do substrato comercial à base de casca de pínus. Estes substratos foram testados com e sem inoculação micorrízica, adicionada ao substrato, como também se testaram a presença e a ausência de adubação de cobertura. Foram analisadas as propriedades físico-químicas dos substratos formulados. Avaliaram-se a altura, o diâmetro do colo, a agregação das raízes ao substrato, a biomassa seca aérea, a biomassa seca radicial e foram determinados a relação entre altura e diâmetro do colo e o índice de qualidade de Dickson. A inoculação com FMAs não influenciou no crescimento das mudas, enquanto a interação entre substratos e adubação foi significativa para a maioria das variáveis. A ausência de resposta aos FMAs foi, provavelmente, devido às altas concentrações de fósforo nestes substratos. Concluiu-se que o substrato à base de vermicomposto e casca de arroz carbonizada, na proporção de 20/80, pode ser utilizado na produção de mudas desta espécie.

  19. Isolation of Stem rot Disease Causing Organism of Brinjal and their in-vitro Inhibition with Fungicides and Bio-control Agents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shaily Javeria

    2014-09-01

    Full Text Available Different strains of Sclerotinia sclerotiorum were isolated from the diseased samples collected from different hosts and locations. Among the 14 isolates, 12 isolates colonies covered the entire Petri plates within 96 hours but, two isolates from fababean and yellow mustard showed slow colony growth within 96 hours. All isolates produced sclerotia which were varied in number, but the fenugreek isolate produced maximum (43 number of sclerotia and lambs quarter isolate produced minimum number of sclerotia (12 on PDA medium. To examine inhibitory effect of fungicide on the mycelial growth of the pathogen, 9 fungicides were tested in vitro against Sclerotinia sclerotiorum, of those carbendazim, carboxin, topsin-M and carbendazim+ mancozeb (SAAF were found most effective and inhibited the mycelial growth of pathogen up to 100 per cent at 0.05%, 0.1%, and 0.2% concentration. The effect of different bioagents viz., Trichoderma harzianum, T. viride, T. koningii, T. atroviride, T. longibraciatum, Aspergillus niger, Chaetomium globosome and Penicillium notatum in inhibiting the growth of Sclerotinia sclerotiorum was studied through “Dual Culture Technique”. The data showed that among the eight biocontrol agent six were fond effective. The maximum inhibition was found by T. harzianum causing 70.82% inhibition of mycelial growth of the pathogen S. sclerotiorum.

  20. Avaliação da diversidade genética de fungos micorrízicos arbusculares em três estádios de estabilização de dunas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. S. Córdoba

    2002-12-01

    Full Text Available A diversidade genética de fungos micorrízicos arbusculares, recuperados de três estádios de estabilização de dunas, foi avaliada por técnicas moleculares e comparada com resultados obtidos anteriormente por técnicas baseadas na caracterização morfológica dos esporos. O uso da técnica de PCR-RFLP do rDNA, extraído de esporos, permitiu definir impressões características de espécies presentes nas dunas, evidenciar a presença de diferentes comunidades em cada estádio e identificar a anteduna como aquela com comunidades com maior polimorfismo. Esse estádio também apresentou maior diversidade, quando, no estudo das comunidades, foram utilizadas técnicas baseadas em aspectos morfológicos. A combinação de ambas as estratégias, molecular e baseada em aspectos morfológicos, forneceu importantes informações sobre a diversidade destes fungos, visando ao estudo do seu papel no ecossistema.

  1. Isolamento e seleção de fungos para biorremediação a partir de solo contaminado com herbicidas triazínicos Isolation and screening of fungi to bioremediation from triazine herbicide contaminated soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Maria Colla

    2008-06-01

    Full Text Available A biorremediação é uma tecnologia que utiliza o metabolismo de microrganismos para eliminação ou redução, a níveis aceitáveis, de poluentes presentes no ambiente. Os herbicidas triazínicos são usados intensivamente no controle de ervas daninhas, principalmente na cultura de milho. Objetivou-se, neste trabalho, isolar fungos filamentosos de solos contaminados com herbicidas triazínicos (atrazine e simazine e selecionar os microrganismos isolados quanto à capacidade de crescimento em meio adicionado de atrazine. Os microrganismos foram isolados, cultivados em meio Ágar-Batata-Dextrose (BDA acidificado com ácido tartárico 10%, adicionado de 50 mg.Kg-1 de atrazine e incubados por 5 dias a 25ºC. Foi realizada a medida diária do crescimento fúngico e calculada a velocidade de crescimento radial através de regressão linear dos raios das colônias utilizando-se a equação r(t = a + VCR .t (r:raio; t: tempo; VCR: velocidade de crescimento radial. Os resultados de VCR foram analisados através de Anova simples e do teste de Tukey, para comparação de médias. Foram isolados 15 fungos, pertencentes aos gêneros Aspergillus, Penicillium e Trichoderma. As maiores VCRs foram obtidas com fungos Aspergillus (A1 e Penicillium (AS1, isolados de solo contaminado com atrazine e atrazine adicionado de simazine, respectivamente, que apresentaram VCRs de 1,57 mm.d-1 e 1,28 mm.d-1. O crescimento dos fungos em meio contaminado com a atrazine indica a possibilidade de utilização desses fungos em estudos de biorremediação de solos contaminados com herbicidas triazínicos.Bioremediation is a technology that uses microrganism metabolism to quickly eliminate or reduce pollutants to acceptable levels into the environment. The triazine herbicides are intensively used to control harmful grass in the culture of maize. The aim of this work was to isolate filamentous fungi from soil contaminated with triazine herbicides and screening these fungi due to

  2. Fungos anamórficos (Hyphomycetes da Chapada Diamantina: novos registros para o Estado da Bahia e Brasil Anamorphic fungi (Hyphomycetes from the Chapada Diamantina: new records from Bahia State and Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alisson Cardoso Rodrigues da Cruz

    2007-12-01

    Full Text Available (Fungos anamórficos (Hyphomycetes da Chapada Diamantina: novos registros para o Estado da Bahia e Brasil. Os fungos anamórficos, caracterizados pela produção de estruturas de reprodução assexuadas, são habitantes comuns do folhedo onde desempenham papel importante na decomposição. O objetivo deste trabalho foi realizar um inventário dos fungos anamórficos associados ao folhedo de plantas da Chapada Diamantina, BA. Foram realizadas 13 expedições, de dezembro/2002 a outubro/2003, para coleta de folhedo. Para verificação da presença de fungos anamórficos o material foi submetido à técnica de lavagem sucessiva com água destilada esterilizada e posteriormente incubado em câmaras-úmidas. Lâminas permanentes com as estruturas reprodutivas dos espécimes foram confeccionadas com resina PVL e depositadas no herbário HUEFS. Das 57 espécies de fungos anamórficos identificados, nove constituem novas ocorrências para o Estado da Bahia e cinco para o Brasil: Fusariella atrovirens (Berk. Sacc., Kiliophora ubiensis (Caneva & Rambelli Kuthub. & Nawawi, Paraceratocladium silvestre Castañeda, Pleurotheciopsis setiformis Castañeda e Triscelophorus deficiens (Matsush. Matsush. Incluem-se comentários e distribuição geográfica dos novos registros para o Estado da Bahia; descrições e ilustrações são apresentadas para as novas ocorrências para o Brasil.(Anamorphic fungi (Hyphomycetes from the Chapada Diamantina: new records from Bahia State and Brazil. The anamorphic fungi are characterized by production of asexual reproductive structures and are common inhabitants of the leaf litter, where they play an important role in decomposition. The aim of this work was to survey the anamorphic fungi associated with leaf litter from Chapada Diamantina, B ahia state. Thirteen expeditions took place from December/2002 to October/2003 to collect leaf litter. The serial washing technique with sterile distilled water followed by incubation in

  3. Produção de mudas do tipo rebentão, utilizando coroas de três cultivares de abacaxi inoculadas com fungos micorrízicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar dos Santos

    2011-09-01

    Full Text Available Um dos principais gargalos para o desenvolvimento da abacaxicultura no Brasil tem sido a ausência tanto de mudas em quantidade quanto em qualidade, para propagação. Entre as alternativas, verifica-se a obtenção de mudas a partir da brotação de gemas de coroas dos frutos, que são, normalmente, descartadas pelo consumidor. Além disso, a utilização de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs pode ser uma alternativa para melhorar a produção das mudas, visto que estes fungos podem abreviar o tempo de formação de mudas de diversas frutíferas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de mudas do tipo rebentão, através do método de destruição do meristema apical da coroa de cultivares do abacaxizeiro inoculadas com FMAs. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, num fatorial 3x3, com três cultivares de abacaxi ('Smooth Cayenne', 'Pérola' e 'Jupi' e três tratamentos microbiológicos (Sem inoculação, inoculação com Glomus etunicatum e inoculação com uma mistura dos fungos Glomus clarum e Gigaspora margarita, com quatro repetições. As primeiras emissões foram registradas aos 30; 60 e 90 dias após o plantio para as cultivares 'Smooth Cayenne', 'Pérola' e 'Jupi', respectivamente. O abacaxizeiro 'Smooth Cayenne' produziu 80 e 69% de mudas a mais do que as cultivares 'Pérola' e 'Jupi', respectivamente. Coroas de abacaxi inoculadas com a mistura de fungos micorrízicos apresentaram maior número de emissão de brotações quando comparadas com aquelas inoculadas apenas com G. etunicatum. Nas avaliações nutricionais das coroas, a inoculação com a mistura de dois fungos micorrizicos promoveu, em folhas da coroa do abacaxizeiro, incrementos de 85 e 66% nos teores de P; de 22 e 13% para os de N, e de 6 e 19% para os de K, em relação aos tratamentos G. etunicatum e sem inoculação, respectivamente. Conclui-se que a produção de rebentos oriundos de coroas cuja gema principal foi decapitada é uma

  4. Control of infective larvae of gastrointestinal nematodes in heifers using different isolates of nematophagous fungi Controle de larvas infectantes de nematóides gastrintestinais de novilhas por diferentes isolados dos fungos nematófagos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Eduardo da Silva

    Full Text Available The effect of different nematophagous fungi [Duddingtonia flagrans (AC001 and CG722 and Monacrosporium thaumasium (NF34] with regard to controlling infective larvae (L3 of nematodes after gastrointestinal transit in female cattle (3/4 Holstein × Zebu was evaluated. A total of 24 pubescent female cattle were used, weighing approximately 320 kg each one. There were three treatment groups, each contained six animals that received 150 g of pellets (0.2 g of mycelium, orally in a single dose, in a sodium alginate matrix containing mycelial mass of the fungus D. flagrans (AC001 or CG722 or M. thaumasium (NF34; and one control group (without fungi. Fecal samples were collected from the animals at intervals of 12, 15, 18, 21, 24, 48, and 72 hours. At the end of 17 days, the L3 not subjected to predation were recovered by means of the Baermann method. The fungal isolates tested were capable of destroying the L3 after gastrointestinal transit. It was observed that within 72 hours, the isolates AC001, CG722, and NF34 showed a higher predatory activity (81.2%, 97.3%, and 98.3%, respectively. The results justify the need for studies in the field, and over longer intervals, in order to observe the efficiency of the fungus D. flagrans, or even M. thaumasium, for environmental control over nematodes in naturally infected cattle.No presente estudo, foi avaliado o efeito de diferentes fungos nematófagos [Duddingtonia flagrans (AC001 e CG722 e Monacrosporium thaumasium (NF34] no controle de larvas infectantes (L3 de nematóides após o trânsito gastrointestinal em fêmeas bovinas (3/4 Holandês x Zebu. Um total de 24 fêmeas bovinas pubescentes foram utilizadas, pesando aproximadamente 320 kg cada. Foram utilizados três grupos de tratamento; cada um contendo seis animais que receberam por via oral de 150 g de péletes (0,2 g de micélio, em dose única, em uma matriz de alginato de sódio contendo massa micelial dos fungos D. flagrans (AC001 ou

  5. Drosophilidae (Diptera associated to fungi: differential use of resources in anthropic and Atlantic Rain Forest areas Drosophilidae (Diptera associados a fungos: uso diferenciado de recursos em áreas antrópicas e de Mata Atlântica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco S Gottschalk

    2009-12-01

    Full Text Available This study investigates the Drosophilidae species associated to fruiting bodies of fungi in forested and anthropized environments of the Atlantic Rain Forest Biome, in south and southeastern Brazil. We collected samples of imagoes flying over and emerging from fruiting bodies of species of five fungi families, in six collection sites. We obtained 18 samples, from which emerged 910 drosophilids of 31 species from the genera Drosophila Fallen, 1823, Hirtodrosophila Duda, 1923, Leucophenga Mik, 1886, Mycodrosophila Oldenberg, 1914, Scaptomyza Hardy, 1849, Zaprionus Coquillett, 1901 and Zygothrica Wiedemann, 1830. The Drosophila species collected on fungi, as well as Zaprionus indianus Gupta, 1970, had previously been recorded colonizing fruits, demonstrating their versatility in resource use. Most of these species belong to the immigrans-tripunctata radiation of Drosophila. Our records expands the mycophagous habit (feeding or breeding on fungi to almost all species groups of this radiation in the Neotropical region, even those supposed to be exclusively frugivorous. Assemblages associated to fungi of forested areas were more heterogeneous in terms of species composition, while those associated to fungi of anthropized areas were more homogeneous. The drosophilids from anthropized areas were also more versatile in resource use.Foi realizado um estudo das espécies de Drosophilidae associadas aos corpos de frutificação de fungos em ambientes florestais e antrópicos no Bioma Mata Atlântica, no sul e sudeste do Brasil. Foram realizadas coletas de adultos sobrevoando e emergindo de corpos de frutificação de espécies de fungos de cinco famílias, em seis pontos de coleta. Foram obtidas 18 amostras, onde foram coletados 910 indivíduos de 31 espécies, pertencentes aos gêneros Drosophila Fallen, 1823, Hirtodrosophila Duda, 1923, Leucophenga Mik, 1886, Mycodrosophila Oldenberg, 1914, Scaptomyza Hardy, 1849, Zaprionus Coquillett, 1901 e Zygothrica

  6. Efeito in vitro de compostos de plantas sobre o fungo Colletotrichum gloeosporioides Penz: isolado do maracujazeiro In vitro effect of plant compounds on the fungus Colletotrichum gloeosporioides Penz: isolated from passion fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Costa da Silva

    2009-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito de extratos e óleos essenciais de quatorze plantas medicinais e ou nativas, conhecidas popularmente no Norte de Minas Gerais, sobre a germinação de esporos e crescimento micelial do fungo Colletotrichum gloeosporioides. Foram utilizados no teste de inibição do crescimento micelial, os extratos aquosos de alecrim (Rosmarinus officinalis, erva baleeira (Cordia verbenacea, joá (Solanum sisymbriifolium, quebra-pedra (Phyllanthus corcovadensis, erva botão (Eclipta alba e açafrão da índia (Curcuma longa obtidos por meio do processo de infusão; óleo essencial de alecrim de vargem (Família Lamiaceae, alecrim pimenta (Lippia sidoides, alfavaca cravo (Ocimum gratissimum, lippia (Lippia citriodora, goiaba branca (Psidium guajava, capim santo (Cymbopogon citratus; óleo resina de copaíba (Copaifera langsdorffi; hidrolatos de alecrim de vargem, goiaba vermelha (Psidium guajava, lippia, capim santo, goiaba branca, alfavaca cravo; manipueira de (Manihot esculenta. Também foram testados esses mesmos hidrolatos e os óleos essenciais na germinação dos esporos do fungo. Todos os tratamentos foram realizados in vitro, cultivando-se o fungo em meio de cultura BDA acrescido de 100μL dos compostos vegetais. No teste de inibição da germinação, todos os óleos essenciais impediram a germinação do fungo. No entanto, os hidrolatos não tiveram esse efeito. No teste de crescimento micelial, os óleos essenciais de todas as plantas inibiram completamente o crescimento do fungo, exceto o óleo da goiaba branca. Os extratos aquosos, a manipueira, o óleo resina e os hidrolatos, também não foram eficientes sobre o crescimento do patógeno. Esses resultados indicam o potencial antifúngico de alguns óleos essenciais de plantas medicinais.The objective of the work was to evaluate the effect of extracts and essential oils of fourteen medicinal and or native plants popularly known in the North of Minas

  7. Phosphate-solubilizing fungi isolated from a semiarid area cultivated with melon (Cucumis melo L. cv. gold mine Fungos solubilizadores de fosfato isolados de área semiárida cultivada com melão (Cucumis melo L. cv. gold mine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Paiva Coutinho

    2011-12-01

    Full Text Available Considering that little is known about the occurrence of phosphate-solubilizing fungi from areas cultivated with melon, the phosphate solubilization ability of filamentous fungi isolated in these areas was evaluated. Three hundred and eighteen filamentous fungal isolates belonging to 23 genera were evaluated, besides Aphyllophorales and Mycelia sterilia. From those, 52 were able to solubilize P: Aphyllophorales (2, Aspergillus (34, Penicillium (10 and Rhizopus (6. These results will contribute to subsidizing further research regarding the capacity of these fungi to solubilize other sources of phosphate applied to the melon crop, as well as indicate the need for a screening program to select those with higher capacity and potential for solubilization.Considerando que pouco se conhece sobre a ocorrência de fungos solubilizadores de fosfato de áreas cultivadas com melão, foi avaliada a habilidade de solubilização desse nutriente por fungos filamentosos isolados dessas áreas. Foram avaliadas 318 amostras de fungos filamentosos pertencentes a 23 gêneros, além de Aphyllophorales e Mycelia sterilia. Dessas amostras, 52 apresentaram habilidade para solubilizar o fosfato: Aphyllophorales (2, Aspergillus (34, Penicillium (10 e Rhizopus (6. Esses resultados contribuem para subsidiar pesquisas que testem a capacidade desses fungos em solubilizar outras fontes fosfatadas aplicadas na cultura do melão, assim como indicam a necessidade de selecionar isolados com maior capacidade e potencial para solubilização.

  8. Germinação de sementes e desenvolvimento de protocormos de Epidendrum secundum Jacq. (Orchidaceae em associação com fungos micorrízicos do gênero Epulorhiza Seed germination and protocorm development of Epidendrum secundum Jacq. (Orchidaceae in association with Epulorhiza mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Corrêa Pereira

    2011-09-01

    Full Text Available Na natureza, as espécies de Orchidaceae estão associadas a fungos micorrízicos. A compreensão da especificidade fungo-planta nessa associação pode auxiliar no desenvolvimento de programas para propagação simbiótica das orquídeas. Fungos micorrízicos Epulorhiza spp. têm sido isolados de Epidendrum secundum Jacq. com maior freqüência. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a germinação de sementes e o desenvolvimento de protocormos de E. secundum associados a diferentes isolados de fungos do gênero Epulorhiza. Utilizou-se 16 fungos Epulorhiza spp. isolados de diferentes populações de E. secundum. Após 44 dias, todos os fungos testados induziram a germinação das sementes. Entretanto, observou-se diferença na eficiência desses fungos em promover o desenvolvimento dos protocormos, mesmo entre os fungos que apresentam semelhanças morfológicas. O estágio de desenvolvimento mais avançado dos protocormos e o maior índice de crescimento foram observados quando as sementes foram inoculadas com o isolado M65. Conclui-se que a germinação das sementes e o desenvolvimento dos protocormos de E. secundum dependem do fungo micorrízico e que, apesar da grande freqüência de associação entre essa espécie de orquídea e fungos do gênero Epulorhiza, é importante a seleção de isolados que apresentem maior eficiência simbiótica. Isolados eficientes são úteis na produção de mudas de orquídeas de importância econômica e ornamental e de espécies ameaçadas de extinção.In nature, species of Orchidaceae are always associated with mycorrhizal fungi. The comprehension of fungal-plant specificity in this association can assist with the establishment of programs that focus on symbiotic propagation of orchids. Epulorhiza mycorrhizal fungi have frequently been isolated from Epidendrum secundum Jacq. Thus, the objective of this study was to evaluate the germination of E. secundum seeds and protocorm development associated

  9. Biodegradation of polycyclic aromatic hydrocarbons by soil fungi Biodegradação de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos por fungos do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea R. Clemente

    2001-12-01

    Full Text Available Thirteen deuteromycete ligninolytic fungal strains were grown in media containing polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs, for 6 and 10 days. The PAHs were added directly with the inocula or on the third day of cultivation. A selection of the best strains was carried out based on the levels of degradation of the PAHs and also on the ligninolytic activities produced by the fungi. The selected strains were cultivated for 3, 6, 9, 12 and 15 days in the PAHs-containing media. Degradation of PAHs, as measured by reversed-phase HPLC on a C18 column, varied with each strain as did the ligninolytic enzymes present in the culture supernatants. Highest degradation of naphthalene (69% was produced by the strain 984, having Mn-peroxidase activity, followed by strain 870 (17% showing lignin peroxidase and laccase activities. The greatest degradation of phenanthrene (12% was observed with strain 870 containing Mn-peroxidase and laccase activities. When anthracene was used, the strain 710 produced a good level of degradation (65%.Treze fungos deuteromicetos ligninolíticos foram cultivados em meio contendo hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAPs por 6 e 10 dias. Os HAPs foram adicionados diretamente com o inóculo ou no terceiro dia de cultivo. A seleção das melhores linhagens foi baseada nos níveis de degradação dos HAPs e também nas atividades ligninolíticas produzidas pelas linhagens fúngicas. Essas melhores linhagens foram então cultivadas por 3, 6, 9, 12 e 15 dias. A degradação dos HAPs foi monitorada por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE em uma coluna C18, variando para cada linhagem assim como as enzimas ligninolíticas presentes nos sobrenadantes das culturas. Alta degradação de naftaleno (69% foi obtida pela linhagem 984, tendo atividade de Mn-peroxidase, seguida pela linhagem 870 (17% a qual apresentou atividades de lignina peroxidase e lacase. A melhor porcentagem de degradação de fenantreno (12% foi observada

  10. Resposta à inoculação de fungo solubilizador de fósforo em milho Maize response to inoculation with P-solubilizing fungus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Nahas

    1994-12-01

    Full Text Available Este trabalho procurou verificar o efeito da adição de duas fontes de fosfato prontamente disponíveis, superfosfato triplo e fosfato solubilizado obtido por via microbiológica e uma fonte não prontamente disponível, apatita de Araxá, na cultura do milho. Em adição, foi verificado o efeito da inoculação do fungo Aspergillus niger, solubilizador de fosfato de rocha e da adição de matéria orgânica. Nos tratamentos em que se usou matéria orgânica, houve um aumento de população microbiana total do solo, mas nenhum efeito foi observado na produção e absorção de fósforo pela cultura do milho. Tanto o superfosfato triplo como a apatita de Araxá permitiram resultados mais favoráveis em termos de produção de massa seca e absorção de fósforo pelo milho em relação ao controle (sem fósforo e à utilização de fosfato solubilizado. Também não se constatou efeito da inoculação de A. niger sobre a solubilização do fosfato de rocha, possivelmente devido à interferência dos microrganismos naturais do solo. O numero de microrganismos e a atividade da fosfatase ácida foram menores no solo fertilizado com superfosfato triplo que com apatita de Araxá.This paper examined the effect of the addition of two sources of readily available phosphate, triple superphosphate and microbiologically solubilized phosphate, and of a not readily available source, Araxá apatite, on maize crop. In addition, the effects of inoculation of Aspergillus niger, a fungus that solubilizes rock phosphate, and of the addition of organic matter were examined. When organic matter was used, the total microbial population increased, but no effect was observed on phosphorus production or uptake by the maize crop. Both the triple superphosphate and Araxá apatite enhanced the production of dry matter and phosphorus uptake by maize as compared to the control (no phosphorus and to microbiologically solubilized phosphate. Also, inoculation of A. niger had no

  11. Estudo sobre a ocorrência de fungos e aflatoxina B1 na dieta de bovinos leiteiros em São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago P. Motta

    2015-01-01

    Full Text Available A qualidade da dieta ofertada às vacas em lactação é uma preocupação dos agentes de saúde devido à possibilidade da detecção de micotoxinas prejudiciais a saúde humana e animal. Os objetivos do trabalho foram avaliar o perfil da micobiota, determinar a atividade de água (Aa e a ocorrência natural de aflatoxina B1 (AFB1 em dietas ofertadas a vacas em lactação de fazendas leiteiras no estado de São Paulo, Brasil. As amostragens das dietas foram realizadas diretamente dos cochos de lote de 15 vacas, em dois dias consecutivos com intervalos de 24h e a cada 15 dias, perfazendo um período de 45 dias de amostragens por fazenda. A purificação e determinação de AFB1 foram realizadas em colunas de imunoafinidade e Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE. O estudo da micobiota presente nas amostras das dietas (288 revelou que as leveduras foram predominantes em todas as dietas (83,97 a 99,98%. Foram isolados 15 gêneros de fungos filamentosos, com os gêneros Aspergillus spp (20,09%, Fusarium spp (14,16% e Penicillium spp (11,48% os mais prevalentes. As contagens de Unidades Formadoras de Colônias por grama de alimento (UFC. g-1 variaram de 102 a 1011. A atividade de água das amostras variou entre 0,91 a 0,98. Foi detectada a presença de AFB1 em 31,44% das amostras com teores entre 1,68 a 194,51μg.kg-1. Medidas de boas práticas de produção, estocagem e utilização devem ser tomadas para diminuir a ocorrência de AFB1 nas dietas ofertadas às vacas em lactação.

  12. Isolamento de fungos filamentosos em água utilizada em uma unidade de hemodiálise Isolation of filamentous fungi from water used in a hemodialysis unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Dutra Varo

    2007-06-01

    Full Text Available A despeito da relativa freqüência de infecções fúngicas oportunísticas em pacientes sob hemodiálise, os reservatórios ambientais destes permanecem desconhecidos, embora alguns estudos recentes tenham correlacionado o suprimento de água como fonte desses microrganismos. O objetivo deste trabalho foi monitorar a qualidade micológica do sistema hídrico de uma Unidade de Hemodiálise, do interior do Estado de São Paulo, Brasil, no período entre abril e julho de 2006. Foram coletadas amostras (15, de 1000mL em 7 pontos de distribuição de água empregando-se técnica da membrana filtrante (0,45µm. Foram isolados 116 fungos filamentosos, dos quais 47 (40,5% Trichoderma sp, 29 (25% Cladosporium sp, 16 (13,8% Aspergillus sp e 11 (9,5% Fusarium sp. Mediante os resultados, sugerimos que suprimentos de água para Unidades de Hemodiálise devam ser monitorados também quanto ao aspecto micológico, adotando-se medidas profiláticas eficazes que minimizem a exposição destes pacientes imunodeficientes a fontes aquáticas ambientais contaminadas.Despite the relative frequency of opportunistic fungal infections among hemodialysis patients, the reservoirs for these microorganisms in the environment remain unknown, although some recent studies have made correlations with the water supply as their source. The objective of the present study was to monitor the mycological quality of the water system of a hemodialysis unit in the interior of the State of São Paulo, Brazil, over the period from April to July 2006. Fifteen samples of 1000 ml were collected from seven water distribution points using the membrane filtration technique (0.45 µm. A total of 116 filamentous fungus specimens were isolated, including 47 Trichoderma sp (40.5%, 29 Cladosporium sp (25%, 16 Aspergillus sp (13.8% and 11 Fusarium sp (9.5%. The results suggest that the water supply for hemodialysis units should also be monitored for mycological contamination, and that effective

  13. Sistema radicular de porta-enxertos micropropagados de macieira colonizados com fungos micorrízicos arbusculares Root architecture of apple rootstocks inoculated with arbuscular mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucir Maria Locatelli

    2002-09-01

    Full Text Available A arquitetura do sistema radicular tem implicações na capacidade da planta de obter nutrientes e água do solo; aspecto, este, não muito considerado nos estudos de desenvolvimento vegetal. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento do sistema radicular de dois porta-enxertos micropropagados de macieira (Malus spp., em razão da associação micorrízica. Foram utilizados um porta-enxerto vigoroso e com grande capacidade de enraizamento (Marubakaido e outro ananicante e com sistema radicular pouco desenvolvido (M.9. As plantas oriundas de micropropagação foram transferidas para substrato à base de solo, a fim de serem enraizadas ex vitro. Antes ou após o enraizamento, inoculou-se uma mistura de três isolados de fungos micorrízicos arbusculares ou um filtrado com a biota não-micorrízica do inoculante. Aos 51 e 81 dias, avaliaram-se o número e o comprimento de eixos radiculares e das raízes de ordem 1, 2, 3 e 4. A inoculação micorrízica antes do enraizamento aumentou o número e o comprimento de raízes do porta-enxerto Marubakaido, porém, o portaenxerto M.9 teve o número e o comprimento de raízes diminuído quando a inoculação micorrízica ocorreu antes da fase de enraizamento.Root architecture is scarcely considered in plant physiology studies, despite its great importance to plant growth and development. In order to evaluate the behavior of the root systems of two varieties of apple (Malus spp. rootstock when subjected to mycorrhizal association. Two apple rootstocks were tested: Marubakaido, which is vigorous and roots easily, and M.9, which is dwarfing and poorly rooted. The micropropagated plantlets were transferred to a soil-based substrate and received AMF inoculum, or its non-mycorrhizal biota, before and after a 21-day rooting and weaning period. After 51 and 81 days, the number and length of root axes and of first-, second-, third- and fourth- order roots were evaluated. AMF inoculation before weaning and

  14. Airborne fungi in the region of Cubatão, São Paulo State, Brazil Fungos anemófilos da região de Cubatão, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema H. Schoenlein-Crusius

    2001-03-01

    Full Text Available From March/1993 to March/1995, airborne fungi were isolated from the "Vale do Rio Moji" (highly affected by the air pollution caused by fertilizer industries, steel works, cement factories and chemical products industries, among others and from the "Vale do Rio Pilões" (less affected by the air pollution, both in the municipality of Cubatão, São Paulo State, Brazil, by exposing Petri dishes with potato dextrose agar medium, placed one meter from the ground, during 5 min. After 5 days of incubation at 20ºC, the colonies of the fungi were purified and identified, resulting in the identification of 39 taxa, three unidentified strains of Fusarium and non-sporulating cultures. A total of 28 taxa, one unidentified strain of Fusarium and non-sporulating fungi (71 records were isolated in the "Vale do Rio Moji" and 29 taxa, two unidentified strains of Fusarium and non-sporulating fungi (72 records in the "Vale do Rio Pilões. The airborne mycota of the higher polluted site presented 17 common, 12 rare and only one constant fungal species. In the other site, the airborne mycota was composed by 19 common, 10 rare and two constant fungal species. Among the obtained fungi, at least 12 taxa were reported as opportunistic fungi, 26 have been mentioned related to plant diseases and eight have been associated to allergy problems. The similarity Index of Sörensen between the mycotas, corresponding to 58%, may be considered low, and is probably justified by the air pollution, that mainly distinguish the two studied areas.De março/1993 a março/1995, foram isolados fungos anemófilos no Vale do Rio Moji (afetada pela poluição aérea causada por indústrias de fertilizantes, metalúrgicas, fábricas de cimento e indústrias de produtos químicos, entre outras e no Vale do Rio Pilões (área menos afetada pela poluição aérea, no município de Cubatão, Estado de São Paulo, Brasil, expondo placas-de-Petri, contendo meio de batata-dextrose-ágar, durante

  15. Purificação parcial de inibidores de tripsina de sementes de Caesalpinia ferrea e Swartzia polyphylla e o efeito dos extratos protéicos sobre fungos fitopatogênicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Bariani

    2012-06-01

    Full Text Available Sementes de leguminosas apresentam alta concentração de inibidores de tripsina; estas proteínas estão envolvidas no metabolismo celular e também em mecanismos de defesa vegetal. A fim de confirmar ou não, a possível ação fungicida destas proteínas a partir de extratos de sementes de leguminosas arbóreas, o objetivo deste estudo foi detectar inibidores de tripsina em sementes de Caesalpinia ferrea (CfTI e Swartzia polyphylla (SpTI e testar os extratos contra os fungos fitopatogênicos Colletotrichum guaranicola, Corynespora cassiicola, Fusarium oxysporum e Sclerotium rolfsii, avaliando o crescimento micelial e a esporulação. Para tanto, amostras do material biológico vegetal, sementes finamente pulverizadas, foram submetidas à extração em NaCl 150 mM. Os extratos protéicos foram parcialmente purificados em coluna Sephadex G-100, submetidos à detecção dos inibidores e SDS-PAGE (12,5% e, utilizados nos bioensaios contra os fungos. O perfil eletroforético revelou uma única banda em CfTI e oito bandas em SpTI. Os extratos de C. ferrea e S. polyphylla exibiram efeito na diminuição da esporulação dos fungos testados, mas S. rolfsii foi inibido apenas por C. ferrea. Quanto ao crescimento micelial, os dois extratos tiveram efeito sobre F. oxysporum e S. rolfsii, ao passo que C. guaranicola foi inibido apenas por S. polyphylla, e C. cassiicola por C. ferrea. Concluiu-se que sementes de C. ferrea e S. polyphylla apresentam inibidores de tripsina. Além disso, os resultados sugerem que estas espécies de leguminosas arbóreas são promissoras no que concerne à prospecção de fungicidas naturais, uma vez que os extratos diminuíram o crescimento micelial e a esporulação de C. guaranicola, C. cassiicola, F. oxysporum e S. rolfsii.

  16. Desempenho de estratégias de aeração de milho armazenado: Fungos e condutividade elétrica Performance of aeration strategies for stored corn: Molds and electrical conductivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia R. G. Nascimento

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar e comparar o desempenho de três estratégias de aeração de milho armazenado quanto à ocorrência de fungos e à condutividade elétrica dos grãos. As estratégias avaliadas foram: aeração contínua; aeração noturna e aeração em condições de umidade de equilíbrio entre os grãos e o ar ambiente. Realizaram-se dois ensaios de aeração com grãos de milho secos (11% b.u. e úmidos (17% b.u.. Amostras de grãos foram retiradas durante os ensaios para contagem de fungos e medida da condutividade elétrica dos grãos. Grãos armazenados úmidos apresentaram maior ocorrência de fungos do que grãos armazenados secos. Observou-se que o Fusarium spp. apresentou contagens mais elevadas, o Penicillium spp. manifestou desenvolvimento e o Aspergillus spp. ocorreu com menor frequência. As estratégias de aeração empregadas não interferiram na condutividade elétrica dos grãos de milho armazenados, visto que não houve diferença significativa dos valores de condutividade elétrica entre os grãos submetidos a aeração e os grãos armazenados sem aeração.The aim of this study was to evaluate and to compare the performance of three aeration strategies for stored corn as for occurrence of molds and electrical conductivity of grain: continuous aeration; night aeration and aeration under equilibrium moisture content conditions between the grains and the ambient air. Two tests of aeration with dry corn grain (11% w.b. and wet corn (17% w.b. were done. Grain samples were taken during testing for counting of molds and measuring of electrical conductivity of grains. Wet corn stored had increased incidence of molds more than dry corn stored. It was observed that the Fusarium spp. showed higher scores, Penicillium spp. showed development and Aspergillus spp. occurred with lesser frequency. Aeration strategies employed did not affect the electrical conductivity of corn stored because there was no

  17. Detecção, transmissão e patogenicidade de fungos em sementes de angico-vermelho (Parapiptadenia rigida Detection, transmission and pathogenicity of fungi on seeds of Parapiptadenia rigida ("angico-vermelho"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caciara Gonzatto Maciel

    2012-12-01

    Full Text Available Angico-vermelho (Parapiptadenia rigida (Benth. Brenan é uma espécie nativa de grande valor ecológico e econômico, importante para a recomposição de áreas degradadas. O presente trabalho avaliou incidência, transmissão e patogenicidade de fungos associados a sementes de angico-vermelho de distintas procedências do Estado do Rio Grande do Sul. Para isso, utilizaram-se três amostras de sementes, com as quais realizaram-se testes de germinação, sanidade empregando-se o método do papel-filtro (PF e de plaqueamento em batata-dextrose-ágar (BDA, transmissão e patogenicidade dos fungos. A germinação das sementes de angico-vermelho variou de 63 a 91 %. Os fungos considerados potencialmente patogênicos encontrados associados as sementes de angico-vermelho foram: Alternaria sp.; Botrytis sp.; Fusarium sp.; Cladosporium sp. e Pestalotia sp.; sendo que Fusarium sp. foi detectado em todas as amostras pelo método PF, e foi transmitido via semente causando má formação do sistema radicular e dos cotilédones e tombamento de pré emergência. Sua patogenicidade foi confirmada."Angico-vermelho" (Parapiptadenia rigida (Benth. Brenan is a native species of great ecological and economic importance for the recovery of degraded areas. This study evaluated the incidence, the transmission and the pathogenicity of fungi associated with "angico-vermelho" seeds from different provenances of the state of Rio Grande do Sul. Thus, we used three samples of seeds, with which germination and sanity tests were carried out by adopting the methods of filter paper (FP, plating on potato dextrose agar (PDA, transmission and pathogenicity of fungi. Germination of "angico-vermelho" seeds ranged from 63-91%. The fungi considered potentially pathogenic and found associated with "angico-vermelho" seeds were: Alternaria sp.; Botrytis sp.; Fusarium sp.; Cladosporium sp. and Pestalotia sp.. Fusarium sp. was detected in all samples according to the FP method and was

  18. Efeito da toxicidade de Cr (VI e Zn (II no crescimento do fungo filamentoso Aspergillus niger isolado de efluente industrial Toxicity effect of Cr (VI and Zn (II on growth of filamentous fungi Aspergillus niger isolated from industrial effluent

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro Vale

    2011-09-01

    Full Text Available Processos convencionais de tratamento de efluentes utilizam microrganismos vivos, o que sugere limitações relativas À toxicidade de metais para os microrganismos. O experimento consistiu em adicionar soluções monoelementares de Cr (VI e Zn(II em diferentes concentrações (0, 20, 50, 100, 200, 300, 400, 500 mg.L-1 ao meio de crescimento e observar a influência dos metais no crescimento micelial e germinativo do fungo Aspergillus Níger por verificação visual da expansão radial do micélio e da germinação de esporos, seguida de registro fotográfico. Os resultados mostraram que o metabolismo do fungo foi completamente inibido em concentrações acima de 500 mg Zn (II.L-1 e 150 mg Cr (VI.L-1. O ED50 (concentração de ingrediente ativo capaz de inibir 50% do crescimento micelial do fungo para os dois íons metálicos, nas condições estudadas, está na faixa entre 100 e 150 mg.L-1. Palavras-chave: metais pesados; inibição; crescimento micelial; Aspergillus niger; ED50.Many standard processes of wastewater treatment use live microorganisms, which suggests limitations on a metal toxicity to the microorganism. The experiment consisted in adding mono elementary solutions of Cr (VI and Zn (II at different concentrations (0, 20, 50, 100, 200, 300, 400, 500 mg.L-1 to the growth mean, and to observe the influence of metals on mycelial and germinative growth of the Aspergillus niger fungus, by means of visual observation of the radial expansion of the mycelius and the germination of spores, followed by photograph registration. The results showed that the metabolism of the fungus was completely inhibited at concentrations above 500 mg Zn (II.L-1 and 150 mg Cr (VI.L-1. The ED50 (concentration of active ingredient capable of inhibiting 50% of mycelial growth of the fungus for both metal ions, under the studied conditions, is in the range between 100 and 150 mg.L-1.

  19. Influência da adubação com esterco bovino e inoculação de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento de mudas de Carica papaya L. (var. Formosa)

    OpenAIRE

    Lins, Cláudia Elizabete de Lima; Aguiar, Regina Lúcia Félix de; Cavalcante, Uided Maaze T; Maia, Leonor Costa

    1999-01-01

    Devido ao rápido crescimento do mamoeiro, poucos são os solos que, em condições naturais, podem satisfazer a sua demanda por nutrientes, sendo necessária a aplicação de fertilizantes minerais que favoreçam as plantas no período do transplantio para o campo. Os fungos micorrízicos arbusculares (FMA) são conhecidos por tornarem os seus hospedeiros mais resistentes aos estresses bióticos e abióticos, sendo por isso empregados na produção de mudas de diversas árvores frutíferas. Nesse trabalho ob...

  20. Evaluation of pathogenic fungi occurrence in traumatogenic structures of freshwater fish Avaliação da ocorrência de fungos patogênicos em estruturas traumatogênicas de peixes fluviais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Caetano Oliveira Leme

    2011-04-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Fungal infections in human skin, such as sporotrichosis, can occur after fish induced trauma. This work aimed to identify fungi in freshwater fish that are pathogenic to humans. METHODS: Extraction of dental arches from Serrassalmus maculatus (piranha and Hoplias malabaricus (wolf fish, stings from Pimelodus maculatus (mandis catfish, dorsal fin rays from Plagioscion spp. (corvina and Tilapia spp., for culture in Mycosel agar. Some cultures were submitted to DNA extraction for molecular identification by sequencing ITS-5.8S rDNA. RESULTS: Cultures identified most yeast as Candida spp., while sequencing also permitted the identification of Phoma spp. and Yarrowia lipolytica. CONCLUSIONS: While the search for S. schenckii was negative, the presence of fungus of the genera Phoma and Candida revealed the pathogenic potential of this infection route. The genus Phoma is involved in certain forms of phaeohyphomycosis, a subcutaneous mycosis caused by dematiaceous fungi, with reports of infections in human organs and systems. Traumatizing structures of some freshwater fish present pathogenic fungi and this may be an important infection route that must be considered in some regions of Brazil, since there are a large number of a fisherman in constant contact with traumatogenic fish.INTRODUÇÃO: Infecções fúngicas na pele humana (como a esporotricose podem se manifestar após traumatismos por peixes. O objetivo deste trabalho é procurar fungos patogênicos para o homem em peixes fluviais. MÉTODOS: Extração de arcadas dentárias Serrassalmus maculatus (piranha e Hoplias malabaricus (traíra, ferrões de Pimelodus maculatus (mandis, raios da nadadeira dorsal de Plagioscion spp. (corvina e Tilapia spp. para a realização do cultivo em agar Mycosel. Algumas culturas foram submetidas à extração de DNA para a identificação molecular pelo seqüenciamento da região ITS-5.8S do rDNA. RESULTADOS: As culturas mostraram que a maioria das

  1. Hipersensibilidade a fungos em crianças asmáticas de uma comunidade do Recife, Pernambuco Hypersensitivity to molds in asthmatic children from a community of Recife, Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla de Albuquerque Osório

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a sensibilização a testes cutâneos de hipersensibilidade imediata para fungos em crianças asmáticas, residentes em comunidade urbana de baixa renda. MÉTODOS: no período de março de 1997 a junho de 1998 foram avaliadas 13 crianças com mais de três episódios de dispnéia nos últimos 12 meses, selecionadas a partir de um estudo transversal, em que todos os 123 escolares de 6 a 10 anos residentes na comunidade responderam ao questionário International Study of Asthma and Allergies in Childhood. Nas 13 crianças com asma em atividade, foram aplicados testes cutâneos de hipersensibilidade imediata para avaliar resposta a seis extratos fúngicos padronizados: Aspergillus mix, Penicillium mix, Hormodendrum cladosporidiodes, Alternaria tenius, Helminthosporium interseninatum e Mold mix. RESULTADOS: dentre as 13 crianças analisadas, 12 apresentaram sensibilididade a pelo menos um dos fungos testados (12/13, cujos extratos com maior frequência de positividade foram: Aspergillus mix (7/13, Penicillium mix (6/13 e Hormodendrum cladosporidiodes (5/13. CONCLUSÕES: a freqüência elevada de hipersensibilidade aos extratos de fungos nas crianças avaliadas sugere a necessidade de estudos analíticos observacionais para esclarecer uma possível associação causal entre fungos e asma.OBJECTIVES: to identify prick test hypersensitivity to molds in asthmatic school children in a low-income urban community. METHODS: thirteen children who had more than three asthma attacks in the last 12 months from March'1997 to June'1998 were evaluated. These children were selected from a previous cross-sectional survey studying 123 children from 6 to 10 years old residing at the low-income urban community of Campo do Banco-Várzea, Recife, Pernambuco. The 123 children were tested by the International Study of Asthma and Allergies in Childhood survey to determine asthma. The 13 asthmatic children selected were evaluated with the prick test

  2. In vitro and in situ activation of the complement system by the fungus Lacazia loboi Ativação in vitro e in situ do sistema complemento pelo fungo Lacazia loboi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Regina Vilani-Moreno

    2007-04-01

    Full Text Available Since there are no studies evaluating the participation of the complement system (CS in Jorge Lobo's disease and its activity on the fungus Lacazia loboi, we carried out the present investigation. Fungal cells with a viability index of 48% were obtained from the footpads of BALB/c mice and incubated with a pool of inactivated serum from patients with the mycosis or with sterile saline for 30 min at 37 ºC. Next, the tubes were incubated for 2 h with a pool of noninactivated AB+ serum, inactivated serum, serum diluted in EGTA-MgCl2, and serum diluted in EDTA. The viability of L. loboi was evaluated and the fungal suspension was cytocentrifuged. The slides were submitted to immunofluorescence staining using human anti-C3 antibody. The results revealed that 98% of the fungi activated the CS by the alternative pathway and no significant difference in L. loboi viability was observed after CS activation. In parallel, frozen histological sections from 11 patients were analyzed regarding the presence of C3 and IgG by immunofluorescence staining. C3 and IgG deposits were observed in the fungal wall of 100% and 91% of the lesions evaluated, respectively. The results suggest that the CS and immunoglobulins may contribute to the defense mechanisms of the host against L. loboi.Considerando que não existe nenhum estudo avaliando a participação do sistema complemento (SC na doença de Jorge Lobo e sua atividade sobre o fungo Lacazia loboi, realizamos o presente trabalho. Os fungos foram obtidos dos coxins plantares de camundongos BALB/c com índice de viabilidade de 48% e, em seguida, foram incubados com pool de soro inativado de pacientes ou com solução salina estéril (SSE por 30 min, a 37 ºC. Os tubos foram incubados, por 2 h, com pool de soro AB+ sem inativar, inativado, diluído em EGTA-MgCl2 e EDTA. A viabilidade do L. loboi foi avaliada e a suspensão fúngica foi citocentrifugada. As lâminas foram submetidas à técnica de imunofluoresc

  3. Avaliação da diversidade genética de fungos micorrízicos arbusculares em três estádios de estabilização de dunas

    OpenAIRE

    Córdoba,A. S.; Mendonça,M. M.; Araújo,E. F.

    2002-01-01

    A diversidade genética de fungos micorrízicos arbusculares, recuperados de três estádios de estabilização de dunas, foi avaliada por técnicas moleculares e comparada com resultados obtidos anteriormente por técnicas baseadas na caracterização morfológica dos esporos. O uso da técnica de PCR-RFLP do rDNA, extraído de esporos, permitiu definir impressões características de espécies presentes nas dunas, evidenciar a presença de diferentes comunidades em cada estádio e identificar a anteduna como...

  4. Caracterização da microbiota por fungos filamentosos no tegumento hígido de bovinos de corte Characterization of filamentous fungal flora from the integument of healthy cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Duarte Pombo do Amaral

    2011-12-01

    Full Text Available O tegumento de bovinos pode albergar uma grande diversidade de fungos filamentosos, potencialmente capazes de causar dermatoses, incluindo fungos do grupo dos dermatófitos. O presente estudo teve por objetivos caracterizar a microbiota de fungos filamentosos do tegumento hígido de bovinos de corte, verificar a presença de dermatófitos como parte integrante da microbiota, assim como avaliar a ocorrência de dermatófitos no solo dos estabelecimentos estudados. Durante o período de um ano, 56 bovinos sadios de quatro propriedades da fronteira Oeste do RS foram submetidos a coletas mensais de pelos e raspado cutâneo. No mesmo período, foram obtidas amostras de solo para pesquisa de dermatófitos. As análises dos resultados indicaram uma microbiota de fungos filamentosos classificada em 30 gêneros, dos quais os mais frequentes foram (nesta ordem: Nigrospora, Fusarium, Curvularia, Alternaria, Epicoccum, Paecilomyces e Trichoderma. Nas amostras de pelame, obteve-se o isolamento de Trichophyton mentagrophytes (0,4%, Microsporum gypseum (0,3% e Trichophyton verrucosum (0,1%. M. gypseum foi o dermatófito mais frequentemente isolado do solo. Os resultados obtidos evidenciaram que a microbiota fúngica do tegumento hígido de bovinos de corte comporta-se de maneira transitória e que bovinos sadios não atuam como portadores assintomáticos de T. verrucosum, sugerindo que esta espécie de dermatófito é não residente no tegumento dos animais.The tegument of cattle may harbor a great diversity of filamentous fungi that can potentially cause skin diseases, including fungi belonging to the dermatophyte group. This study aimed to characterize the population of filamentous fungi from a healthy coat of cattle, checking for dermatophytes as part of the microbiota, as well as evaluating the presence of dermatophytes in the soil occupied by the animals. During the period of one year, 56 healthy cattle in four properties in the western boundary of the

  5. Diversidade de fungos em um vertissolo com adição de vinhaça na cultura de cana-de-açúcar ( saccharum officinarum l.)

    OpenAIRE

    Barros, Rubens Pessoa de; UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS

    2012-01-01

    O artigo trata do estudo da aplicação da vinhaça em solos cultivados com cana-de-açúcar (S. officinarum L.). O presente trabalho teve como objetivo estudar o efeito da aplicação de vinhaça em solo cultivado com cana-de-açúcar sobre a densidade e diversidade de fungos presentes no solo e compará-lo com a área sem aplicação de vinhaça, em duas áreas distintas em canaviais pertencentes à Usina São José do Pinheiro, no município de Laranjeiras, Estado de Sergipe, Brasil. Área A – Fazenda Poção co...

  6. Ocorrência de fungos em amostras recebidas no laboratório de micologia e proteção de plantas da Universidade Federal de Uberlândia no período de 2001 a 2008

    OpenAIRE

    Barros, Fernanda Carvalho

    2010-01-01

    O presente trabalho tem por objetivo relatar a ocorrência de fungos em plantas nas principais culturas de importância econômica na região de Uberlândia, Alto Paranaíba e algumas cidades de Goiás, através da análise dos laudos de amostras de sementes ou partes de plantas encaminhadas ao Laboratório de Micologia e Proteção de Plantas LAMIP, da Universidade Federal de Uberlândia, no período de 2001 a 2008. Os laudos analisados foram separados por cultura e posteriormente foram f...

  7. Screening of filamentous fungi for production of xylitol from D-xylose Triagem de fungos filamentosos para produção de xilitol a partir de D-xilose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Coelho Sampaio

    2003-12-01

    Full Text Available Eleven filamentous fungi were screened for xylitol production in batch cultures. Production was generally low under the growth conditions used in this study. Penicillium crustosum presented the highest production, 0.52 g L-1 from 11.50 g L-1 of D-xylose, representing consumption of 76% of the original D-xylose.Foram avaliados onze fungos filamentosos para a produção de xilitol em batelada. A produção foi baixa nas condições de cultivo utilizadas. A máxima, 0,52 g L-1 de xilitol a partir de 11,50 g L-1 de xilose, foi obtida com Penicillium crustosum, com consumo de 76% da xilose inicial.

  8. Prospecção de fungos em ambientes e alimentos de psitacídeos do Parque Zoológico de Dois Irmãos, Recife - PE

    OpenAIRE

    Lima, Adriana Nunes de

    2005-01-01

    Para detecção de fungos foram analisadas amostras de solo, água e de ração de recintos de Psitacídeos do parque Zoológico de Dois Irmãos, Recife, PE. Foram realizadas quatro coletas, duas nos meses de fevereiro -março correspondendo ao verão, entretanto com precipitação atípica em 2004 e duas nos meses de maio - junho, correspondendo ao inverno da região Nordeste; foram coletadas 320 amostras, sendo 120 de solo, 124 de água e 76 de ração. As amostras foram especificadas da segu...

  9. Screening of filamentous fungi for production of enzymes of biotechnological interest Seleção de fungos filamentosos para a produção de enzimas de interesse biotecnológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Henrique S. Guimarães

    2006-12-01

    Full Text Available Many enzymes produced by fungi have relevant biotechnological applications in several industrial areas. The purpose of this study was to collect and isolate filamentous fungi from soil and humus, plants and sugar cane bagasse of different regions of the São Paulo state. Forty isolates were examined for their ability to produce xylanase, glucose-oxidase, alkaline phosphatase, acid phosphatase, phytase, pectinase and amylase. Among these, twenty three isolates exhibited enzymatic potential. The xylanases produced by two of these isolates (Aspergillus caespitosus and A. phoenicis showed good potential for pulp bleaching. Among seventeen isolates, at least three produced high levels of glucose-oxidase, being Rhizopus stolonifer and A. versicolor the best producer strains. A. caespitosus, Mucor rouxii, and nine others still not identified were the best producers of phosphatases in submerged fermentation. Pectinase was best produced by IF II and C-8 belong R. stolonifer. Significant levels of amylase were produced by Paecilomyces variotii and A. phoenicis. A remarkable enzyme producer was Rhizopus microsporus var. rhizopodiformis that produced high levels of amylase, alkaline and acid phosphatases, and pectinase. Some morphological structures of this fungus were illustrated using light microscopy (LM and scanning electron microscopy (SEM. This study contributes to catalogue soil fungi isolated in the state of São Paulo, and provides additional information to support future research about the industrial potential of these microorganisms that may produce enzymes and, eventually, also secondary metabolites with anti-microbial or anti-parasitic activities.Muitas enzimas produzidas por fungos têm relevantes aplicações em diferentes áreas industriais. O objetivo desse trabalho foi coletar e isolar fungos filamentosos do solo e humus, plantas e bagaço de cana de açúcar de diferentes regiões do Estado de São Paulo. Quarenta isolados foram

  10. Crescimento, esporulação e viabilidade de fungos entomopatogênicos em meios contendo diferentes concentrações do óleo de nim (Azadirachta indica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marques Renata Paro

    2004-01-01

    Full Text Available A associação de extratos de origem vegetal com fungos entomopatogênicos pode aumentar a eficiência do controle biológico de pragas, reduzir custos e impactos ambientais. No presente trabalho, avaliou-se, através da concentração inibitória mínima, o efeito do óleo de nim (NIM-I-GO sobre o crescimento, esporulação e viabilidade de Metarhizium anisopliae, Beauveria bassiana e Paecilomyces farinosus. Utilizou-se o meio BDA, contendo diferentes concentrações de óleo de nim (C1: 5% de óleo de nim, e sucessivamente concentrações iguais a fraction one-half da concentração anterior, até C11: 0,0048% de óleo de nim. O óleo de nim reduziu o crescimento de colônias de B. bassiana e P. farinosus, que não diferiram significativamente do controle apenas na concentração C11, mas para M. anisopliae o mesmo efeito foi observado com 0,039% de óleo de nim (C8. A esporulação também foi significativamente reduzida pelo óleo de nim, exceto na concentração C11 para B. bassiana; contudo, não se verificou efeito do óleo na viabilidade de esporos dos fungos.

  11. Optimization of diterpenes bioconversion process by the fungus Cephalosporium aphidicola Otimização do processo de bioconversão de compostos diterpênicos pelo fungo Cephalosporium aphidicola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Aparecida Takahashi

    2000-06-01

    Full Text Available Parameters for a more efficient biotransformation of diterpene-like compounds by the fungus Cephalosporium aphidicola were established by carrying out microscale feedings at several conditions. Experiments were guided by thin layer chromatography and gas chromatography analysis. It was observed that the substrate should be added in ethanol at concentrations between 15 to 30 mg per 100 ml of medium. The extraction of the product showed to be more efficient when carried out from both mycelia and broth and using ethylacetate as the extracting solvent. The experiment should be stopped six days after feeding the substrate to the fungus for the best product yield.Condições otimizadas para a biotransformação de compostos diterpênicos pelo fungo Cephalosporium aphidicola foram determinadas, realizando-se incubações em microescala nas quais variaram-se parâmetros como o tempo de incubação e a quantidade de substrato adicionado. A velocidade (índice de bioconversão foi monitorada analisando-se os extratos de cultivo através de cromatografia em camada delgada e cromatografia gasosa. Os resultados obtidos mostraram que, para melhores rendimentos, o substrato deve ser adicionado em solução etanólica, na concentração de 15-30 mg por 100 mL de meio de cultura. A extração de produtos deve ser realizada com acetato de etila, a partir da fase aquosa e do micélio, no sexto dia após a adição do substrato. Estes resultados podem ser utilizados como um roteiro para incubações de compostos estruturalmente semelhantes com o fungo Cephalosporium aphidicola.

  12. Fungos conidiais em Euterpe oleracea Mart. (açaizeiro na Ilha do Combu, Pará-Brasil Conidial Fungi on Euterpe oleracea Mart. on Combu Island, Pará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Corrêa de Castro

    2012-12-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo investigar a ocorrência de fungos conidiais (hyphomycetes associados à decomposição de material vegetal morto de Euterpe oleracea Mart. (açaizeiro na Área de Proteção Ambiental da ilha do Combu, município de Belém, Pará. Entre agosto de 2008 e abril de 2009, foram coletadas partes em decomposição de palmeiras de E. oleracea e mantidas em câmara-úmida durante sete dias. As estruturas reprodutivas dos fungos foram retiradas e montadas em lâminas semipermanentes para o estudo morfológico em microscopia óptica. O presente trabalho contém descrições, comentários, distribuição geográfica e ilustrações dos novos registros para o Brasil. Como resultados deste estudo foram identificados 45 táxons de hifomicetos. Todos são novos registros para a área de estudo, destes 11 representam novos registro para o Brasil e 12 para a Amazônia brasileira.The objective of this study was look for conidial fungi (hyphomycetes associated with decomposing, dead vegetative material of Euterpe oleracea Mart. collected on Combu Island (Belém, Pará, an environmentally protected area. From August 2008 to April 2009, decomposing parts of E. oleracea were collected and kept in a moist chamber for seven days. Somatic and reproductive fungal structures were extracted from the substrate and mounted on semi-permanent slides for morphological study using optical microscopy. This paper includes descriptions, comments, geographical distributions and illustrations of new records for Brazil. All these records are new for the study area, 11 are new records for Brazil, and 12 are new for the Brazilian Amazon.

  13. Fungos filamentosos isolados do solo em municípios na região Xingó, Brasil Filamentous fungi isolated from soil in districts of the Xingó region, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Auxiliadora de Queiroz Cavalcanti

    2006-12-01

    Full Text Available O solo é considerado um dos principais hábitats para a população de microrganismos, dentre os quais estão os fungos. A região de Xingó é caracterizada por apresentar ecossistema típico de Caatinga. Com objetivo de isolar e identificar fungos filamentosos na região Xingó, utilizou-se amostras de solo coletadas nos municípios de Canindé de São Francisco (SE, Olho D'água do Casado (AL e Piranhas (AL, durante o período chuvoso (maio e julho/2000 e de estiagem (março/2001, tanto na superfície do solo quanto a 20 cm de profundidade. Foram identificados 96 táxons pertencentes a oito espécies de Ascomycota, oito espécies de Zygomycota e 80 anamorfos, sendo uma espécie de Coelomycetes e 79 espécies de Hyphomycetes. Penicillium e Aspergillus foram os gêneros mais diversos com 31 e 17 espécies, respectivamente.The soil is one of the most important habitats for microorganisms, among them the fungi. Xingó is a region characterized by typical caatinga ecosystems. The aim of this research was to isolate and identify filamentous fungi from soils of the Xingó region using samples collected at the soil surface and at 20 cm depth, in the districts of Canindé de São Francisco (Sergipe, Olho D'água do Casado (Alagoas, and Piranhas (Alagoas, during the rainy (May and July/2000 and dry seasons (March/2001. We identified 96 taxa belonging to eight species of Ascomycota, eight species of Zygomycota and 80 anamorphs, with one species of Coelomycete and 79 species of Hyphomycetes. Penicillium and Aspergillus were the most diverse genera with 31 and 17 species, respectively.

  14. Production of hydrolytic enzymes by the plant pathogenic fungus Myrothecium verrucaria in submerged cultures Produção de enzimas hidrolíticas pelo fungo fitopatogênico Myrothecium verrucaria em culturas submersas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Guillen Moreira

    2005-03-01

    Full Text Available The capability of the plant pathogenic fungus Myrothecium verrucaria to produce extracellular hydrolytic enzymes in submerged cultures was studied using several substrates. The fungus was able to produce different depolymerases and glycosidases, being xylanase, pectinase and protease the most important. Lipase was found in cultures developed in the presence of olive oil, while protease activity was detected in all cultures. Xylanase and pectinase were optimally active at pH 4.5-5.5, while protease was active in a large range of pH 3.5 to 11.0. All three enzymes were maximally active at 40ºC and they were stable for several hours at temperature up to 50ºC.A capacidade do fungo fitopatogênico Myrothecium verrucaria produzir enzimas hidrolíticas extracelulares em culturas submersas foi estudada utilizando diversos substratos. O fungo foi capaz de produzir diferentes depolimerases e glicosidases, sendo xilanases, pectinases e proteases as mais importantes. Atividade lipase foi encontrada nos filtrados das culturas desenvolvidas na presença de óleo de oliva, enquanto atividade proteolítica foi detectada em todas as culturas. Xilanase e pectinase foram otimamente ativas em pH 4,5 a 5,5, enquanto protease foi ativa em ampla faixa de pH (3,5 a 11,0. As três enzimas foram otimamente ativas 40ºC e estáveis por várias horas a temperaturas até 50ºC.

  15. Toxicidade de óleos essenciais de alho e casca de canela contra fungos do grupo Aspergillus flavus Evaluation of essential oils from Allium sativum and Cinnamomum zeilanicum and their toxicity against fungi of the Aspergillus flavus group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elson de C. Viegas

    2005-12-01

    Full Text Available Diante da propriedade inibitória de óleos essenciais vegetais sobre o desenvolvimento micelial de fungos e da importância das espécies do grupo Aspergillus flavus, que apresentam potencial para síntese de aflatoxina, este trabalho teve como objetivo avaliar in vitro a toxicidade de óleos essenciais vegetais contra fungos do grupo A. flavus, isolados a partir da cultura do amendoim. Inicialmente, foi avaliada a toxicidade de oito óleos essenciais vegetais no desenvolvimento micelial de dois isolados do grupo A. flavus, em comparação ao fungicida sintético benomyl. Em seguida, foi avaliada a toxicidade dos óleos de casca de canela (Cinnamomum zeilanicum Breym. e de bulbilho de alho (Allium sativum L. contra 37 isolados do grupo A. flavus, durante 12 meses. A maior inibição do desenvolvimento micelial de A. flavus foi obtida com o emprego dos óleos essenciais de casca de canela e de bulbilho de alho, e o efeito inibitório variou com o isolado testado.Considering the inhibitory property of essential plant oils on the mycelial development of fungi, and the importance of Aspergillus flavus-like fungi which may produce aflatoxins, this research was designed to evaluate the toxicity of essential oils against fungi belonging to the group A. flavus isolated from peanut crops. The toxicity of eight essential oils against two isolates of A. Flavuslike fungi was evaluated in comparison to the synthetic fungicide benomyl. The toxicity of Cinnamomum zeilanicum Breym. and Allium sativum L. essential oils was also evaluated against 37 fungal isolates for a period of 12 months. The highest inhibition of the mycelial development of A. flavus was obtained with cinnamon and garlic essential oils. The inhibitory effect on growth was variable according to the fungal isolate.

  16. Fungos e fumonisinas no período pré-colheita do milho Fungi and fumonisins at maize's pre-harvest period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine Hermanns

    2006-03-01

    Full Text Available A contaminação fúngica e por micotoxinas no milho pode ocorrer antes mesmo da colheita, resultando em grandes perdas econômicas. Fusarium spp. é o principal contaminante do milho no campo, e muitas espécies deste gênero são responsáveis pela produção de fumonisinas. As fumonisinas são tóxicas para animais e humanos, estando envolvidas na doença da leucoencefalomalácea eqüina e associadas à síndrome de edema pulmonar em suínos e câncer de esôfago em humanos. O objetivo deste trabalho foi identificar os pontos críticos de contaminação fúngica e a produção de fumonisinas durante o período pré-colheita do milho. Os resultados mostraram um crescimento fúngico já na fase de grão farináceo, com nenhuma diferença significativa nas fases seguintes: grão farináceo duro e maturação fisiológica. Fungos não esporulados foram predominantes na fase de florescimento (100% e na fase de grão farináceo (95%. Espécies saprófitas foram identificadas na fase de grão farináceo duro (23,25%. Fusarium spp. já foi evidente na fase de grão farináceo (5%, aumentando consideravelmente nas fases de grão farináceo duro (62,5% e maturação fisiológica (90%. Todas as cepas de Fusarium spp. testadas mostraram-se potencialmente toxigênicas. Fumonisinas foram evidentes nas fases finais de desenvolvimento, aumentando consideravelmente da fase de grão farináceo duro (0,2 ppm para a maturação fisiológica (2,5 ppm. Os autores sugerem atenção especial e adoção de medidas preventivas na fase de grão farináceo, onde Fusarium spp. começa a ser evidente.Fungal and mycotoxin contamination in maize can take place even before harvest time, with large economic losses in consequence. Fusarium spp. is a ubiquitous contaminant of corn in the field and several species of this genera are responsible for fumonisins production. Fumonisins are reported to be toxic to animals and humans, implicated in equine leukoencephalomacia disease

  17. Fungos micorrízicos arbusculares e adubação fosfatada em mudas de mangabeira Arbuscular mycorrhizal fungi and phosphorus supply on seedlings of mangabeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cynthia Maria Carneiro Costa

    2005-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de fungos micorrízicos arbusculares (FMA e da adubação fosfatada em mudas de mangabeira (Hancornia speciosa Gomes. O experimento, em casa de vegetação, utilizou delineamento inteiramente casualizado em fatorial com dois tratamentos de solo nativo oriundo de pomar com mangabeiras, desinfestado com brometo de metila e não-desinfestado, seis doses de P (3*, 3, 48, 93, 138 e 183 mg dm-3 e três tratamentos de inoculação, Gigaspora albida Schenck & Smith, Glomus etunicatum Becker & Gerdemann e controle sem inoculação, com quatro repetições. O tratamento 3* não recebeu solução nutritiva e os demais receberam solução nutritiva de Hoagland sem fósforo por ocasião da inoculação. Após 150 dias, observou-se aumento na altura, biomassa e área foliar nos tratamentos com G. albida, em solo desinfestado. Respostas à inoculação ocorreram nas mudas cultivadas com a menor dose de P, nos dois tratamentos de solo. A mangabeira mostrou-se dependente da micorrização apenas na menor dose de P em solo desinfestado. Nos demais níveis de P, a dependência variou em função do FMA e da condição do solo. A associação com G. albida proporcionou melhor desenvolvimento das mudas de mangabeira.The objective of this work was to evaluate the effects of the association of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF and phosphorus fertilization on seedlings of "mangaba" (Hancornia speciosa. The experiment, at a greenhouse, was in a completely randomized factorial design with two treatments of the native soil from an H. speciosa orchard, fumigated with methyl bromite and non-fumigated, six doses of P (3*, 3, 48, 93, 138 and 183 mg dm-3 and three inoculation treatments, Gigaspora albida Schenck & Smith, Glomus etunicatum Becker & Gerdemann and an uninoculated control, with four replicates. The treatment 3* did not receive nutrient solution and the others received Hoagland nutrient solution without phosphorus

  18. Respostas da cultura do rabanete à inoculação de fungos solubilizadores de fosfatos Responses of radish culture to phosphate-solubilizing fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles Narloch

    2002-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito dos fungos solubilizadores de fosfatos MSF-044, MSF-062 (Penicillium sp. e MSF-087 (Aspergillus sp. e da aplicação de fosfato solúvel [Ca(H2PO42.2H 2O], nas doses de 0,0 , 4,5 , 9,0 , 17,5 , 35,0 , 70,0 e 140,0 mg kg-1 de P, na produção de matéria seca e na absorção de fósforo pela cultura do rabanete. O experimento foi realizado em solo não-estéril, em casa de vegetação. Os isolados diferiram quanto à capacidade de promover a produção de matéria seca, dependendo da dose de P aplicada. Os isolados MSF-044 e MSF-062 foram mais eficientes sob baixas doses (4,5 a 17,5 mg kg-1 de P, enquanto o isolado MSF-087 proporcionou maior produção de matéria seca somente na dose mais alta (140,0 mg kg-1 de P. Plantas submetidas à inoculação do isolado MSF-062 (Penicillium sp. e com 17,5 mg kg-1 de P apresentaram produção de matéria seca equivalente às obtidas por plantas com até 70,0 mg de P por kg de solo, sem inoculação. A quantidade total de P absorvida pelas plantas não foi influenciada pela inoculação, no solo, dos isolados testados.The objective of this work was to study the effect of phosphate-solubilizing fungi MSF044, MSF-062 (Penicillium sp. and MSF-087 (Aspergillus sp. and soluble phosphate [Ca(H2PO42.2H 2O] at 0.0 , 4.5 , 9.0, 17.5 , 35.0 , 70.0 and 140.0 mg kg-1 P on dry matter production and P uptake of radish, in non-sterilized soil, under green house conditions. Isolates differed in their capacity to stimulate dry matter production of plants, depending upon the P level. Isolates MSF-044 and MSF-062 were more efficient under low P (4.5 to 17.5 mg kg-1 P, while the isolate MSF-087 only stimulated dry matter production in the highest P level (140.0 mg kg-1 P. Plants inoculated with the isolate MSF-062, at 17.5 mg kg-1 P, presented no differences in dry matter compared to non-inoculated plants, with 70.0 mg kg-1 P. Phosphorus uptake by inoculated plants did not differ

  19. Colonização e lesão em fêmeas ingurgitadas do carrapato Rhipicephalus sanguineus causadas pelo fungo Metarhizium anisopliae Colonization and lesions on engorged female Rhipicephalus sanguineus, caused by Metarhizium anisopliae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Valerio Garcia

    2004-10-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo verificar a forma de penetração do fungo Metarhizium anisopliae [METSCH. (SOROKIN, 1883] em carrapatos da espécie Rhipicephalus sanguineus (LATREILLE, 1806, assim como as lesões infringidas nos tecidos internos do ácaro. A forma de aderência e penetração do fungo foi estudada através da microscopia eletrônica de varredura e a ação do fungo nos tecidos internos avaliada em secções histológicas convencionais. Para observação destes eventos, realizaram-se infecções experimentais em 11 grupos de fêmeas ingurgitadas do carrapato R. sanguineus contendo 12 fêmeas ingurgitadas cada. Para tal, as fêmeas ingurgitadas foram banhadas durante 3 minutos, sob agitação manual, em suspensão com concentração 108 conídios/mL. No caso dos grupos controle o banho foi realizado apenas no veículo da suspensão. Os carrapatos foram processados para histopatologia e microscopia eletrônica em diversos tempos após a infecção, a saber: 1 e 18h, e um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, nove e onze dias. Observou-se que a maior parte dos conídios germinou em até 18h após a inoculação e que o fungo penetrou no ácaro através do tegumento 48h após a infecção. Após a penetração, o fungo invadiu o corpo do hospedeiro promovendo uma colonização difusa, sem preferência aparente por tecidos específicos. Dentre as lesões nos tecidos internos do ácaro, ressalta-se o rompimento da parede intestinal e vazamento do conteúdo para a hemocele. A morte do hospedeiro ocorreu entre 96 e 120h pós-infecção, e a esporulação do patógeno sobre o cadáver do ácaro iniciou-se em torno de 120 a 144h pós-infecção. Espera-se, com este trabalho, contribuir para o desenvolvimento e viabilização de técnicas de controle biológico dos carrapatos por fungos como alternativa ao uso de acaricidas.The objective of this work was to verify the penetration of the fungus Metarhizium anisopliae [METSCH

  20. Soybean diseases in Poland

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Marcinkowska

    2013-12-01

    Full Text Available Field observations on the occurrence of soybean diseases were undertaken in the southern and central regions of Poland in the period 1976-1980. Most prevalent were foliage diseases caused by Peronospora manshurica, Pseudomonas syrinqae pv. glycinea and soybean mosaic virus (SMV. Sclerotinia sclerotiorum and Ascochyta sojaecola were reported as pathogens of local importance. The following pathogenic fungi: Botrytis cinerea, Fusarium culmorum, F. oxysporum and Rhizoctonia solani were also isolated from soybean.

  1. The fungi causin damping-off of carrot seedlings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bogdan Nowicki

    2013-12-01

    Full Text Available When 136 samples of dying carrot seedlings from several fields were analyzed Alternaria rudicina proved to be the most common seedling pathogen (41%, followed by some Fusarium species (27%, mostly F. avenaceum.The less common seedling pathogens were Pythium spp. (13%, Phoma spp.(2,5% and Botrytis cinerea (1,4%. Some other fungi (Bipolaris sorokiniana, Sclerotinia sclerotiorum, Stemphylium botryosym and Ulocladium consortiale were found in less than 1% of seedlings examined.

  2. Colonization of lettuce rhizosphere and roots by tagged Streptomyces

    OpenAIRE

    Maria eBonaldi; Xiaoyulong eChen; Andrea eKunova; Cristina ePizzatti; Marco eSaracchi; Paolo eCortesi

    2015-01-01

    Beneficial microorganisms are increasingly used in agriculture, but their efficacy often fails due to limited knowledge of their interactions with plants and other microorganisms present in rhizosphere. We studied spatio-temporal colonization dynamics of lettuce roots and rhizosphere by genetically modified Streptomyces spp. Five Streptomyces strains, strongly inhibiting in vitro the major soil-borne pathogen of horticultural crops, Sclerotinia sclerotiorum, were transformed with pIJ8641 plas...

  3. Identification and characterization of filamentous fungi isolated from the sunflower (Helianthus annus L. rhizosphere according to their capacity to hydrolyse inulin Identificação e caracterização de fungos filamentosos isolados de rizosfera de girassol (Helianthus annus L. de acordo com a capacidade de hidrolisar inulina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Maria de Souza-Motta

    2003-07-01

    Full Text Available Filamentous fungi able to hydrolyse inulin have been isolated from the rhizosphere of plants whose roots contain this polysaccharide. This study reports results concerning the isolation and identification of filamentous fungi from the soil used for sunflower cultivation and from the sunflower rhizosphere cultivated in field and in greenhouse. Fungi were evaluated according to their capacity to hydrolyse inulin and the variation in the diversity of these fungi during the plant's life cycle was also accessed. Forty-nine species of filamentous fungi were isolated. Penicillium and Aspergillus were the genera that presented higher number of species, nine and seven, respectively. At the end of the sunflower life cycle, cultivated both in field and in the greenhouse, a lower numbers of species were isolated. One hundred and fifty nine strains of filamentous fungi were isolated from soil and from the sunflower rhizosphere; from these, 79 (49.7% were able to hydrolyse inulin. There was not significant difference in the proportion of species able to hydrolyse this polysaccharide during the sunflower's life cycle, in plants cultivated in field or in greenhouse. Although the sunflower's rhizosphere is a source of filamentous fungi able to hydrolyse inulin, that might be used in biotechnological processes. This system does not present a higher density of such microorganisms. Species of Aspergillus, Chaetomium, Cunninghamella, Emericela, Eupenicillium, Fusarium, Myrothecium, Neosartorya, Neocosmospora, Penicillium and Thielavia are being related by first time as inulinase producers.Fungos filamentosos capazes de hidrolisar inulina tem sido isolados de rizosfera de plantas que acumulam esse polissacarídeo nas raízes. Este estudo compreendeu o isolamento e identificação de fungos filamentosos do solo utilizado para o cultivo do girassol e da rizosfera de girassol cultivado em campo e em casa de vegetação, a fim de verificar se há variação na

  4. Resistência natural da madeira de Corymbia maculata (Hook. K.D.Hill & L.A.S. Johnson a fungos e cupins xilófagos, em condições de laboratório Wood natural resistance of Corymbia maculata (Hook. K.D.Hill & L.A.S Johnson to wood destroying fungi and termites, under laboratory tests

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juarez Benigno Paes

    2002-11-01

    Full Text Available A pesquisa teve o objetivo de avaliar a resistência natural da madeira de Corymbia maculata a fungos e a cupins xilófagos, em condições de laboratório. De peças radiais (tábuas que continham o cerne e o alburno intactos foram retirados corpos-de-prova de 2,00 x 2,00 x 1,00 cm, com a menor dimensão na direção tangencial (ensaio com fungos, e de 2,54 x 2,00 x 0,64 cm, com a maior dimensão na direção das fibras (ensaio com cupins, em quatro posições na direção medula-casca. As amostras foram submetidas à ação dos fungos Postia placenta, Neolentinus lepideus e Polyporus fumosus por 12 semanas, ou à ação de cupins do gênero Nasutitermes por 30 dias. Constatou-se que a resistência da madeira ao apodrecimento foi dependente da posição na direção medula-casca e dos fungos utilizados. As amostras retiradas nas posições mais externas do tronco foram mais deterioradas que as internas. Dentro de cada posição, os fungos causaram deterioração semelhante à madeira, exceto para a posição mais externa (alburno, em que o fungo P. fumosus causou menos deterioração que os demais. De modo geral, a madeira de C. maculata foi altamente resistente (posições internas ou resistente (posições externas aos fungos ensaiados. Somente para o fungo N. lepideus a posição mais externa foi moderadamente resistente. Quanto aos cupins, a resistência da madeira não foi afetada pela posição na direção medula-casca e apresentou uma baixa perda de massa para as posições analisadas. Além disto, os cupins causaram somente desgaste superficial à madeira, e morreram durante o ensaio, o que permitiu classificar a madeira de C.maculata como resistente aos cupins ensaiados.This research evaluated the natural resistance of Corymbia maculata wood to wood-destroying fungi and termites, under laboratory tests. Radial pieces (boards, containing intact heartwood and sapwood were transformed into test samples measuring 2.00 x 2.00 x 1.00 cm

  5. Isolation and characterization of rhizosphere bacteria for the biocontrol of the damping-off disease of tomatoes in Tunisia.

    Science.gov (United States)

    Hammami, Inés; Ben Hsouna, Anis; Hamdi, Naceur; Gdoura, Radhouane; Triki, Mohamed Ali

    2013-01-01

    Fluorescent Pseudomonas spp., isolated from tomato and pepper plants rhizosphere soil, was evaluated in vitro as a potential antagonist of fungal pathogens. Pseudomonas strains were tested against the causal agents of tomatoes damping-off (Sclerotinia sclerotiorum), root rot (Fusarium solani), and causal agents of stem canker and leaf blight (Alternaria alternata). For this purpose, dual culture antagonism assays were carried out on 25% tryptic soy agar, King B medium and potato dextrose agar to determine the effect of the strains on mycelial growth of the pathogens. In addition, strains were screened for their ability to produce exoenzymes and siderophores. All the strains significantly inhibited Alternaria alternata, particularly in 25% TSA medium. Antagonistic effect on Sclerotinia sclerotiorum and Fusarium solani was greater on King B medium. Protease was produced by 30% of the strains, but no strain produced cellulase or chitinase. Finally, the selected Pseudomonas strain, Psf5, was evaluated on tomato seedling development and as a potential candidate for controlling tomato damping-off caused by Sclerotinia sclerotiorum, under growth chamber conditions. In vivo studies resulted in significant increases in plant stand as well as in root dry weight. Psf5 was able to establish and survive in tomato plants rhizosphere after 40days following the planting of bacterized seeds. © 2013 Académie des sciences. Published by Elsevier SAS. All rights reserved.

  6. Biogenic silver nanoparticles based on trichoderma harzianum: synthesis, characterization, toxicity evaluation and biological activity

    Science.gov (United States)

    Guilger, Mariana; Pasquoto-Stigliani, Tatiane; Bilesky-Jose, Natália; Grillo, Renato; Abhilash, P. C.; Fraceto, Leonardo Fernandes; Lima, Renata De

    2017-03-01

    White mold is an agricultural disease caused by the fungus Sclerotinia sclerotiorum, which affects important crops. There are different ways of controlling this organism, but none provides inhibition of its resistance structures (sclerotia). Nanotechnology offers promising applications in agricultural area. Here, silver nanoparticles were biogenically synthesized using the fungus Trichoderma harzianum and characterized. Cytotoxicity and genotoxicity were evaluated, and the nanoparticles were initially tested against white mold sclerotia. Their effects on soybean were also investigated with no effects observed. The nanoparticles showed potential against S. sclerotiorum, inhibiting sclerotia germination and mycelial growth. Nanoparticle characterization data indicated spherical morphology, satisfactory polydispersity and size distribution. Cytotoxicity and genotoxicity assays showed that the nanoparticles caused both the effects, although, the most toxic concentrations were above those applied for white mold control. Given the potential of the nanoparticles against S. sclerotiorum, we conclude that this study presents a first step for a new alternative in white mold control.

  7. White mold intensity on common bean in response to plant density, irrigation frequency, grass mulching, Trichoderma spp., and fungicide Intensidade do mofobranco em feijão em função de densidade de plantas, freqüência de irrigação, cobertura vegetal do solo, Trichoderma spp. e fungicida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trazilbo José de Paula Júnior

    2009-02-01

    Full Text Available The purpose of this study was to evaluate the efficiency of integrated managements on white mold control on common bean. Initially, in vitro testing was made to assess the antagonism of 11 Trichoderma isolates against Sclerotinia sclerotiorum and to investigate fungicides (fluazinam and procymidone inhibitory effects on those fungi. In two field experiments the following combinations were tested: irrigation frequencies (seven or 14 days, plant densities (six or 12 plants per meter, and three disease controls (untreated control, fungicide or Trichoderma spp.. In a third experiment plant densities were replaced by grass mulching treatments (with or without mulching. Fluazinam was applied at 45 and 55 days after emergence (DAE. The antagonists T. harzianum (experiments 1 and 3 and T. stromatica (experiment 2 were applied through sprinkler irrigation at 10 and 25 DAE, respectively. Most of the Trichoderma spp. were effective against the pathogen in vitro. Fluazinam was more toxic than procymidone to both the pathogen and the antagonist. Fungicide applications increased yield between 32 % and 41 %. In field one application of Trichoderma spp. did not reduce disease intensity and did not increase yield. The reduction from 12 to six plants per meter did not decrease yield, and disease severity diminished in one of the two experiments. It is concluded that of the strategies for white mold control just reduction of plant density and applications of fungicide were efficient.Objetivou-se estudar a eficácia de técnicas de manejo integrado no controle do mofo-branco em feijão. Inicialmente, foram feitos testes in vitro para avaliar o antagonismo de 11 isolados de Trichoderma contra Sclerotinia sclerotiorum e investigar os efeitos de fungicidas (fluazinam e procymidone sobre esses fungos. Em dois ensaios de campo, foram testadas estas combinações: freqüências de irrigação (sete ou 14 dias, densidades de plantas (seis ou 12 por metro e três controles

  8. Distribution of the endophytic fungi community in leaves of Bauhinia brevipes (Fabaceae Distribuição da comunidade de fungos endofíticos em folhas de Bauhinia brevipes (Fabaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Patrícia Amorim Hilarino

    2011-12-01

    Full Text Available Endophytic fungi represent large, yet unexplored components of biodiversity. This work evaluated the richness and the distribution of endophytes in the leaves of Bauhinia brevipes (Fabaceae. A total of 1110 colonies were recovered from the samples and grouped by their morphological traits into 126 taxa. The total number of taxa according to leaf development was: 102 in mature leaves, 93 in recently expanded leaves and 79 for unfolded leaves. The major endophyte genera were Phomopsis, followed by Dothiorella, Pestalotiopsis and Acremonium. The richness and the isolate numbers of endophytes were not statistically affected by leaf region. However, some taxa were leaf-age specific; six were isolated only from unfolded leaves, nine from recently expanded leaves and 17 were exclusively found in mature leaves. The composition of endophytes varied with leaf region; the similarities (Jaccard's Index among the leaf regions of different leaf ages ranged from 0.36 to 0.46, indicating a high spatial variation in the community of endophytic fungi inside the leaves. The high richness of endophytes in this host plant highlights a significant contribution of fungi to tropical biodiversity and the need for further research in this area.Fungos endofíticos representam um grande e ainda pouco explorado componente da biodiversidade. O trabalho avaliou a riqueza e a distribuição endofítica nas folhas de Bauhinia brevipes (Fabaceae. Foram obtidas 1110 colônias que foram agrupadas, por suas características morfológicas em 126 táxons. O número total de táxons por estágio foliar foi: 102 em folhas maduras, 93 em folhas recém-expandidas e 79 em não expandidas. O principal gênero de endofítico encontrado foi Phomopsis, seguido por Dothiorella, Pestalotiopsis e Acremonium. A riqueza e o número de isolados não foram estatisticamente influenciadas pela região foliar. Contudo, alguns táxons foram específicas de um estágio foliar; seis foram isoladas apenas

  9. Influência do tempo e do meio de transporte no isolamento de fungos patogênicos de biópsias de pele Effects of time delay and transportation on isolation of pathogenic fungi from skin biopsies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Taglialegna

    2008-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Não está definido como o meio de transporte e o intervalo de tempo até o processamento final interferem no isolamento de fungos patogênicos em material obtido de biópsias de pele. OBJETIVOS: Determinar o efeito da inoculação tardia de biópsias de pele, transportadas em diferentes meios líquidos, na taxa de isolamento de fungos patogênicos. MÉTODOS: De 47 pacientes com lesões cutâneas suspeitas de micoses invasivas obtiveram-se 278 biópsias das lesões. Cada biópsia foi transportada em frascos com caldo Sabouraud com cloranfenicol ou solução salina de cloreto de sódio e inoculada em ágar Sabouraud após 48-72 horas (precoce ou após 72 horas até sete dias (tardio, constituindo-se quatro grupos de estudo. RESULTADOS: As medianas das taxas de isolamento dos quatro grupos de esporotricose foram 100% e de paracoccidioidomicose foram 84% e 50% nos grupos precoces/solução salina ou caldo Sabouraud e 64% e 84% nos grupos tardios/solução salina ou caldo Sabouraud, respectivamente (p=0,88. Baixas taxas de contaminação resultaram em especificidade diagnóstica de 82% para doenças não fúngicas. CONCLUSÕES: Biópsias de pele podem ser transportadas em caldo Sabouraud ou solução salina por períodos de até sete dias, à temperatura ambiente, sem afetar a viabilidade dos fungos.BACKGROUND: It is not clear how culture media used during transport and the interval between the biopsy procedure and final processing can affect the successful isolation of fungi. OBJECTIVE: The aim of this study was to investigate the effects of late inoculation of skin biopsies, transported in different sterile fluids, on the isolation rate of pathogenic fungi. METHODS: A total of 278 punch biopsy specimens were collected from 47 patients with suspected lesions of invasive mycoses. Each biopsy was transported in vials with Sabouraud medium with chloramphenicol or saline solution and finally inoculated on Sabouraud agar and 2

  10. Alterações gastrointestinais em pacientes com câncer colorretal em ensaio clínico com fungos Agaricus sylvaticus Gastrointestinal alterations in patients with colorectal cancer on clinical trial supplemented with Agaricus sylvaticus fungus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Costa Fortes

    2010-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Fungos medicinais podem normalizar a função intestinal, aumentar o apetite e reduzir os efeitos adversos do tratamento convencional do câncer. OBJETIVO: Avaliar as alterações gastrointestinais de pacientes com câncer colorretal em fase pós-operatória após suplementação dietética com fungos Agaricus sylvaticus. METODOLOGIA: Ensaio clínico randomizado, duplo-cego, placebo-controlado, realizado no Hospital de Base do Distrito Federal. Amostra constituída de 56 pacientes (24 homens e 32 mulheres, estádios I, II e III, seguindo determinados critérios de inclusão e exclusão, separados em grupos placebo e Agaricus sylvaticus (30mg/kg/dia e acompanhados por um período de seis meses. Para avaliar as alterações gastrointestinais foram utilizados um formulário-padrão e uma anamnese dirigida-padrão. O método de análise dos resultados foi qualitativo e descritivo, utilizando os programas Microsoft Excel 2003 e Epi Info 2004 para Windows, versão 3.3.2. RESULTADOS: Após seis meses de tratamento, observou-se, no grupo Agaricus sylvaticus, aumento do apetite e redução da constipação, diarréia, diarréia alternada com constipação, flatulência, retenção de flatos, pirose, plenitude pós-prandial, náuseas, distensão e dor abdominais, fatos não observados no grupo placebo. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que a suplementação dietética com fungos Agaricus sylvaticus é capaz de melhorar as alterações gastrointestinais de pacientes no pós-operatório de câncer colorretal, promovendo melhoria na qualidade de vida desses pacientes.INTRODUCTION: Medicinal fungus may normalize intestinal function, increase appetite and reduce adverse effects caused by conventional cancer treatment. OBJECTIVE: To evaluate the gastrointestinal alterations of patients with colorectal cancer in post-operative phase after dietary supplementation with Agaricus sylvaticus fungus. METHODOLOGY: Randomized, double-blind, placebo

  11. Fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e nutrição de mudas de jenipapeiro Arbuscular mycorrhizal fungi in the growth and nutrition of jenipapo fruit tree seedlings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Fermino Soares

    2012-03-01

    Full Text Available Alguns trabalhos têm demonstrado que a inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA na produção de mudas apresenta grande potencial para o desenvolvimento de um cultivo racional e eficiente de mudas de fruteiras. O objetivo neste trabalho foi avaliar a inoculação de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e nutrição de mudas de jenipapeiro (Genipa americana L.. O experimento foi conduzido em blocos casualizados, avaliando-se seis espécies fúngicas: Glomus clarum, Glomus etunicatum, Glomus manihots, Gigaspora albida, Acaulospora scrobiculata e Scutellospora heterogama, com dez repetições. As espécies A. scrobiculata, G. clarum e G. etunicatum colonizaram mais intensamente o sistema radicular e promoveram melhor desenvolvimento das mudas de jenipapeiro quando comparados a G. manihots e G. albida. O fungo G. etunicatum destacou-se, promovendo incrementos na altura (44,4%; no diâmetro do caule (63,6%; na produção de biomassa seca na parte aérea (288,8%, nas raízes (248,7% e na área foliar (315,7% em comparação às mudas controle. Com exceção de Mn e Fe, mudas inoculadas apresentaram teores de nutrientes superior às mudas controle. As mudas que receberam inóculo de S. heterogama apresentaram crescimento e teor de nutrientes similares aos das mudas controle. A colonização micorrízica correlacionou-se positivamente com os teores de N, P, K, Mg e Cu e negativamente com os teores de Fe e Mn nas folhas das mudas de jenipapeiro. O jenipapeiro é uma planta responsiva aos FMA e a inoculação beneficiou o crescimento e a nutrição das mudas.Some studies have shown that inoculation with arbuscular mycorrhizal fungi (AMF in seedling production has great potential for developing a rational and efficient cultivation of fruit tree seedlings. The objective of this study was to evaluate the effect of inoculation of arbuscular mycorrhizal fungi on growth and nutrition of seedlings of genipap (Genipa americana L.. The

  12. Fungitoxicty of Bidens pilosa, Thymus vulgaris, Lippia alba and Rosmarinus officinalis in the in vitro development of phytophatogens fungi / Fungitoxidade de Bidens pilosa, Thymus vulgaris, Lippia alba e Rosmarinus officinalis no desenvolvimento in vitro de fungos fitopatogênicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Renato Stangarlin

    2009-07-01

    Full Text Available The fungitoxicity of aqueous crude extracts (ACE of Bidens pilosa, Thymus vulgaris, Lippia alba and Rosmarinus officinalis was evaluated in vitro on development of Alternaria alternata, Colletotrichum graminicola, Rhizoctonia solani and Sclerotium rolfsii. The active ACE were incorporated to Potato- Dextrose-Agar (PDA alone or in mixture, at 0%, 1%, 5%, 10%, 15%, 25% and 50% concentrations. Measurement in fungal colonies was taken daily until the control treatment covered 2/3 of the culture media. The mixtures of T. vulgaris with B. pilosa did not have positive effect because the ACE of B. pilosa did not reduce the fungal growth of R. solani and in mixture inhibited the effect ACE of T. vulgaris. However, the mixture of ACEs of R. officinalis and L. alba produced better results than isolated ACEs, with 60% of growth inhibition of A. alternata. The ACE of T. vulgaris inhibited the growth of C. graminicola at 97%. The results show that ACEs have significative fungitoxicity in the evaluated phythopathogens.Avaliou-se in vitro, a atividade fungitóxica dos extratos brutos aquosos (EBA em diferentes concentrações isolados e em misturas de Bidens pilosa, Thymus vulgaris, Lippia alba e Rosmarinus officinalis no desenvolvimento dos fungos Alternaria alternata, Colletotrichum graminicola, Rhizoctonia solani e Sclerotium rolfsii. A avaliação foi realizada incorporando os extratos brutos aquosos (EBAs ao meio BDA isolados e em mistura, nas concentrações 0%, 1%, 5%, 10%, 15%, 25% e 50%. Foram feitas medições diárias das colônias fúngicas até o momento em o tratamento controle cobriu 2/3 da superfície do meio de cultura. Verificou-se que a mistura de T. vulgaris com B. pilosa não teve efeito positivo, pois o EBA isolado de B. pilosa não reduziu o crescimento do fungo R. solani e em mistura reduziu o efeito do EBA de T. vulgaris. Porém, o EBAs de R. officinalis e L. alba em mistura levaram a melhores resultados, reduzindo em até 60% o

  13. Morphological and molecular differentiation of the pectinase producing fungi Penicillium expansum and Penicillium griseoroseum Diferenciação morfológica e molecular de fungos produtores de pectinases Penicillium expansum e Penicillium griseoroseum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Gomes Cardoso

    2007-03-01

    érica no genoma destes fungos e estimou-se um número mínimo de três cromossomos para estas espécies. Este é o primeiro trabalho que descreve a existência de polimorfismo na organização da região subtelomérica do genoma de espécies de fungos pertencentes ao gênero Penicillium, altamente homogêneo, indicando uma possível utilização da abordagem empregada neste estudo para pesquisas filogenéticas futuras.

  14. Classificação de lâminas de madeira de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores Classification of Pinus spp. veneers wood contaminated by blue stain fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara Elita Carneiro

    2013-04-01

    Full Text Available A busca por novas tecnologias que garantam a uniformidade da qualidade dos produtos tem se tornado constante, assim este trabalho teve como objetivo estudar a potencialidade de medidas espectroscópicas combinadas a ferramentas estatísticas para classificação de lâminas de madeiras de Pinus spp. contaminadas por fungos manchadores. As amostras foram coletadas em processo industrial, e observou-se que algumas lâminas estavam contaminadas por fungos manchadores. Assim, utilizou-se este material para investigar a influência dessa mancha azul em metodologias espectroscópicas e a possibilidade de discriminação dessa contaminação. Desse material contaminado foram capturados os espectros, na faixa de 400 a 1000 nm. Com esses dados, realizou-se uma análise exploratória por Componentes Principais (PCA e classificação via SIMCA, em que se verificou a discriminação eficiente em dois grupos, madeiras sadias e contaminadas. Observou-se que a técnica de espectroscopia óptica preenche os requisitos necessários para uma possível aplicação na classificação de lâminas no processo produtivo.The search for new technologies that ensure uniformity of product quality has become constant. The objective of this work was to study the potential of spectroscopic measurements combined with statistical tools for sorting sheets of wood of Pinus spp. contaminated by staining fungi. Samples were collected in the industrial process and it was found that some blades were contaminated by fungus staining. Thus, this material was used to investigate its influence on blue stain and spectroscopic methods and the possibility of discrimination by such contamination. Spectra at 400-1000 m range were captured from this contaminated material. By using these data, it was performed an exploratory analysis by Principal Components (PCA and classification via SIMCA, where discrimination was found effective in healthy and diseased wood. It is observed that the use of

  15. β-1,3 Glucanases e quitinases: aplicação na lise de leveduras e inibição de fungos β-1,3 glucanases and chitinases: application in the yeast cell lysis and fungi inhibition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Francisco Fleuri

    2008-08-01

    Full Text Available Objetivou-se, no presente trabalho, a aplicação de β-1,3 glucanases e quitinases da linhagem Cellulosimicrobium cellulans 191 na lise de leveduras e inibição de fungos, respectivamente. O delineamento experimental mostrou que as melhores condições para a lise de Saccharomyces cerevisiae KL-88 pela β-1,3 glucanase foi pH 6,5 e 35ºC. As células de leveduras incubadas por 10 h em frascos sem agitação mostraram-se mais susceptíveis à lise pela ação da enzima. Foi obtido maior lise da levedura quando a suspensão de células foi submetida ao tratamento com β-1,3 glucanase e cisteína 1mM. A enzima invertase intracelular ou ligada à célula de S. cerevisiae KL-88 e K. marxianus NCYC 587 foi extraída após tratamento da suspensão celular com β-1,3 glucanase, sendo que o tratamento prévio das leveduras com a enzima aumentou a susceptibilidade das células à lise com ultra-som. A preparação de quitinase foi capaz de formar halos de inibição de alguns fungos.The aim of this work was the application of β-1,3 glucanases and chitinases by Cellulosimicrobium cellulans 191 strain on yeast cell lysis and fungi inhibition, respectively. The experimental design study showed that the best conditions to Saccharomyces cerevisiae KL-88 lysis by β-1,3 glucanase extract were pH 6,5 and 35ºC. This study also demonstrated that the yeast cells were more susceptible to lysis after 10 h of cultivation in flasks without agitation. Lysis activity was increased when S. cerevisiae KL-88 cell suspension was treated with β-1,3 glucanase and cystein 1mM. The enzyme invertase of S. cerevisiae KL-88 and Kluyveromyces marxianus NCYC 587 was extracted after treatment of cell suspension with β-1,3 glucanase and the previous treatment of yeasts with the enzyme, increased the susceptibility to lysis when ultrasonic treatment was used. The chitinase presented growth inhibition halos for some of the fungi.

  16. EFEITOS DA TEMPERATURA DE INCUBAÇÃO SOBRE O FUNGO colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides EFFECT OF TEMPERATURE INCUBATION ON THE FUNGUS Colletotrichum gossypi SOUTH. Var. cephalosporioides COSTA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yvo de Carvalho

    2007-09-01

    Full Text Available

    Estudou-se o efeito da temperatura de incubação sobre o crescimento vegetativo, esporulação e morfologia da colônia do fungo Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides Costa, em substrato de batata + dextrose + agar, pH 5,6. O delineamento experimental usado foi o de blocos casualizados e as temperaturas variaram de 12 a 33°C, a intervalos de 3° C. Concluiu-se que a temperatura de incubação afeta notavelmente o crescimento vegetativo, a esporulação e a morfologia da colônia do fungo. Temperaturas acima da faixa ótima provocaram modificações mais acentuadas sobre o crescimento miceliano, esporulação e aspecto morfológico, do que temperaturas baixas. Conídios produzidos em temperaturas extremas, 12 a 33°C, mostraram-se mais curtos que os dos demais tratamentos. A incubação à temperatura de 27°C é a mais recomendável para produção de inóculos em quantidade.

    In this work, the effect of temperature of incubation on the vegetative growth, sporulation and morphology of the colony of the fungus colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides Costa in substrate containing potato + dextrose + agar pH 5.6, was studied. The experimental design used was that of randomized blocks, with temperatures varying from 12 to 33 degrees centigrades, at intervals of 3°C. It was concluded that the temperature of incubation notably affects the vegetative growth, sporulation and morphology of the colony of this fungus. Temperatures above the optimum range caused greater changes in mycelial, sporulation an morphology of the colony than temperatures below this range. Conidia produced at l2 and 33°C were shown to be shorter than those in other treatments. The temperature of incubation recommended for inocule production was 27°C.

  17. COMPORTAMENTO DO FUNGO Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporoides Costa EM SUBSTRATO COM DIFERENTES FONTES DE NITROGÊNIO THE BEHAVIOR OF THE FUNGUS Colletotrichum gossypii South Var. cephalosporoides Costa IN SUBSTRATE CONTAINING DIFFERENT SOURCES OF NITROGEN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yvo de Carvalho

    2007-09-01

    Full Text Available

    Nesse trabalho procurou-se observar o efeito de diversas substâncias nitrogenadas sobre o crescimento miceliano, esporulação e aspectos morfológicos das colônias do fungo Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporoides Costa em substrato sólido. Usou-se um substrato sintético como meio-básico e a este se adicionou peptona, metionina, asparagina, nitrato de sódio ou salicilato de amônia, conforme o tratamento. A testemunha não recebeu qualquer fonte de nitrogênio. Concluiu-se que a peptona foi o melhor tratamento para esporulação e crescimento miceliano, seguindo-se a asparagina que foi eficiente na indução da esporulação. O salicilato de amônia exerceu efeito inibidor do crescimento vegetativo e da esporulação do fungo. Para produção de inóculo, a curto prazo, recomenda-se o uso da peptona como fonte de nitrogênio. Foram observadas diferenças na pigmentação, bordos e densidade das colônias. A esporulação, embora abundante em substratos contendo peptona e asparagina, ocorreu em forma de verdadeiras massas localizadas de conídios na primeira, e como conídios dispersos na segunda.

    In this experiment, the effect of different nitrogenous substances on the mycelium growth, sporulation and morphological aspects of the colonies of the fungus Colletotrichum gossypii  South Var. cephalosporoides Costa planted in a solid substrate were observed. A synthetic substrate was used as a basic medium, and to this was added peptone metionine, asparagine, sodium nitrate or ammonium salicylate, according to the treatment. The control (group received no nitrogen whatsover. It was concluded that peptone was the best treatment for sporulation and mycelium growth, and that the next best was asparagine which was helpfull in inducing sporulation. Ammonium salicylate inhibited the vegetative growth

  18. Ligninolytic enzymes production and Remazol brilliant blue R decolorization by tropical brazilian basidiomycetes fungi Produção de enzimas ligninolíticas e descoloração do corante azul brilhante de Remazol R por fungos basidiomicetos tropicais brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia M. G. Machado

    2005-09-01

    Full Text Available Remazol Brilliant Blue R (RBBR dye was used as substrate to evaluate ligninolytic activity in 125 basidiomycetous fungi isolated from tropical ecosystems. The extracellular RBBR decolorizing activity produced when selected fungi were grown in solid media and in soil contaminated with organochlorines was also evaluated. A total of 106 fungi decolorized the RBBR during the growth in malt extract agar (MEA, 2%; 96 fungi showed a mycelia growth and decolorization activity stronger than the P. chrysosporium used as reference. Extracellular extracts of 35 selected fungi grown on solid medium with sugar cane bagasse (BGS were evaluated for RBBR decolorization and peroxidase activity. All fungi showed peroxidase activities, but 5 of those were unable to decolorize the RBBR. Different patterns of ligninolytic enzymes were detected in 12 fungi extracts. Mn-dependent peroxidase (MnP was produced by Peniophora cinerea, Psilocybe castanella, three strains of Trametes villosa, T. versicolor, Melanoporia nigra and Trichaptum byssogenum. All 12 fungi had laccase activity. Trogia buccinalis showed the highest RBBR decolorization and did not produce MnP activity. RBBR decolorization without MnP production was also observed for three strains of Lentinum tested. Higher levels of peroxidase and laccase cannot be related to high RBBR decolorization. RBBR decolorization by extracellular extract was also detected during the growth of P. castanella, L. crinitus, P. cinerea and two strains of T. Villosa in pentachlorophenol- and hexachlorobenzene-contaminated soils. These fungi showed higher RBBR decolorization when grown in the presence of organochlorine compounds than when in non contaminated soil.O corante azul brilhante Remazol R (RBBR foi usado como substrato para avaliar 125 fungos basidiomicetos isolados de ecossistemas tropicais brasileiros quanto a atividade ligninolítica. A descoloração do RBBR por extratos obtidos do crescimento de fungos em meio sólido e

  19. Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares isolados de solos sob diferentes sistemas de uso na região do Alto Solimões na Amazônia Effectiveness of arbuscular mycorrhiza fungal isolated from soils under different land use systems in the Alto Solimões river region in the Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Alves e Silva

    2009-09-01

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs são importantes componentes dos ecossistemas terrestres onde acredita-se desempenharem papel fundamental para a sustentabilidade destes. Estes fungos sofrem influência de diversos fatores antrópicos como o uso da terra, que modificam a estrutura e diversidade das comunidades podendo comprometer suas funções ecológicas. No presente estudo avaliou-se o comportamento de FMAs isolados de solos sob diferentes sistemas de uso (SUT. Fungos isolados de amostras de solo sob diferentes SUT foram testados em caupi [Vigna unguiculata (L. Walp] em condições controladas. Verificou-se que todos os cinqüenta e um fungos avaliados colonizaram o caupi, porém de modo muito diferenciado, tal como ocorreu para os efeitos destes na absorção de fósforo e crescimento da planta. A colonização variou de 1 a 68%, e os efeitos positivos no crescimento variaram de 33 a 148%, sendo mais comuns nos fungos isolados de pastagem e roça. O aumento nos teores de fósforo foi generalizado (95% dos fungos testados, no entanto, nem todos foram capazes de promover o crescimento do Caupi. Apenas 39% dos fungos foram considerados eficientes, sendo estes isolados de quase todos os SUT. Os tratamentos fúngicos de mais alta eficiência continham as espécies: A. foveata, Glomus sp.1, Acaulospora sp.1 e mistura dos dois primeiros mais E. infrequens e A. bireticulata-like. Os resultados indicam ampla diversidade de eficiência dos FMAs do Alto Solimões. Embora a eficiência não tenha relação direta com o SUT, a proporção de isolados eficientes variou com a origem de isolamento.Arbuscular mycorrhizal fungi (AMF are important components of terrestrial ecosystems where they are believed to play a fundamental role for their sustainability. These fungi are influenced by a number of anthropic factors such as, land use which modifies the structure and diversity of fungal communities and this may compromise their ecological functions

  20. Fungos anamorfos (hyphomycetes da Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, Brasil: novos registros para o Neotrópico Anamorphic fungi (hyphomycetes from Caxiuanã National Forest, Pará, Brazil: new records for the Neotropics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Santana Monteiro

    2010-09-01

    Full Text Available Os hifomicetos são importantes decompositores e recicladores da matéria orgânica morta no ambiente e podem ser importantes patógenos de plantas e animais. Como parte do inventário da diversidade dos fungos sobre palmeiras da Amazônia Oriental, no sítio do Programa de Biodiversidade da Amazônia (PPBIO, na Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, foram identificados cinco novos registros de hifomicetos para o Neotrópico: Camposporium fusisporum Whitton, McKenzie & Hyde; Cylindrocarpon curtum Bugnicourt; Minimidochium microsporum Matsush.; Sporidesmiella aspera Kuthub. & Nawawi; Sporidesmium ghanaense M.B. Ellis. Stachybotrys theobromae Hansf. é citado pela primeira vez para o Brasil.The hyphomycetes are important decomposers and recyclers of dead organic matter in the environment and may be important pathogens of plants and animals. As part of the diversity inventory of palm-tree fungi from Eastern Amazonia, in Caxiuanã National Forest, Pará, five new records of hyphomycetes for the Neotropics were found: Camposporium fusisporum Whitton, McKenzie & Hyde; Cylindrocarpon curtum Bugnicourt; Minimidochium microsporum Matsush.; Sporidesmiella aspera Kuthub. & Nawawi; Sporidesmium ghanaense M.B. Ellis. Stachybotrys theobromae Hansf. is cited for the first time for Brazil.

  1. Aplicação de formulação do fungo predador de nematóides Monacrosporium thaumasium (Drechsler, 1937 no controle de nematóides de bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alves P.H.

    2003-01-01

    Full Text Available A viabilidade de uma formulação do fungo Monacrosporium thaumasium (Drechsler, 1937 foi avaliada no controle biológico de nematóides parasitos gastrintestinais de bovinos. Dois grupos de sete bezerras cada, mestiças Holandês ´ Zebu, de quatro a seis meses de idade, foram colocados em pastagens de Cynodon dactilon. No grupo A, cada animal recebeu 20g de pellets (formulação granulada de M. thaumasium via oral, duas vezes por semana, durante quatro meses, com início na estação chuvosa (outubro, 2001. No grupo B (controle, as bezerras não receberam nenhum tratamento. As contagens de ovos por grama de fezes (OPG e das larvas infectantes encontradas na pastagem do grupo B foram significativamente maiores (P<0,05 do que as do grupo A e a diferença entre o OPG dos animais dos grupos A e B, no final do experimento, foi de 88,8%. O gênero Cooperia foi o mais prevalente em ambas as pastagens. Conclui-se que a aplicação de pellets de M. thaumasium na dosagem e periodicidade de aplicação usadas foi eficiente no controle de nematóides parasitos gastrintestinais de bovinos.

  2. Identificação molecular de isolados de fungos de interesse médico por meio de marcadores RAPD - doi: 10.5102/ucs.v8i2.1110

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anabele Azevedo Lima

    2011-04-01

    Full Text Available Aspergillus e Penicillium são microrganismos capazes de provocar complicações clínicas consideráveis principalmente em pacientes imunossuprimidos. A análise molecular é uma estratégia importante para a identificação rápida e precisa desses agentes patogênicos. O objetivo desse trabalho foi descrever padrões de marcadores RAPD específicos para a identificação de isolados de Aspergillus e Penicillium causadores de doenças de interesse médico. A análise morfológica revelou que 14 isolados eram do gênero Aspergillus, 7 eram Penicillium, 1 correspondente a Fusarium e um isolado não foi identificado. A análise por RAPD com dez iniciadores produziram fragmentos de DNA característicos para cada gênero. O dendrograma revelou grupos de isolados dentro de cada gênero de fungo de acordo com perfis de marcadores específicos, identificando isolados muito semelhantes que apresentaram alto coeficiente de similaridade. Esses dados fornecem opções para o desenvolvimento de oligonucleotídios de PCR para a identificação específica de isolados específicos ocorrendo no ambiente médico-hospitalar.

  3. Avaliação de óleos essenciais de condimentos sobre o desenvolvimento micelial de fungos associados a produtos de panificação Evaluation of condiments essential oils on micelial growth of fungi associated to bread-making products

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sára Maria Chalfoun de Souza

    2004-06-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito "in vitro" de óleos essenciais dos condimentos alho (Allium sativum L., canela (Cinnamomum burnannil Meissn, cravo-da-índia (Caryophillus aromaticus L. e tomilho (Thymus vulgaris L., que foram adicionados aos meios de cultura (BDA E CYA20S. Os óleos foram extraídos pela técnica de arraste a vapor e testados nas concentrações de 500; 1000; 1500 e 2000 mg/mL, exceto o cravo, que foi testado nas concentrações de 200; 400; 600 e 800 mg/mL. Como culturas-teste, foram utilizados os fungos Rhizopus sp.; Penicillium spp.; Eurotium repens e Aspergillus niger, isolados de pães envelhecidos. O óleo essencial da canela inibiu completamente o desenvolvimento dos fungos testados. Os óleos de tomilho e alho tiveram o mesmo efeito nas concentrações mais altas. O cravo inibiu o desenvolvimento dos fungos Aspergillus niger, Rhizopus sp. e Eurotium repens com a concentração de 600 mg/mL e do fungo Penicillium spp. com a de 800 mg/mL.The objective of this work was to evaluate the "in vitro" effect of essential oils of garlic (Allium sativum L., cinnamon (Cinnmomum burnannil Meissn, clove (Caryophillus aromaticus L. and thyme (Thymus vulgaris L. condiments that were added to culture media (PDA and CYA 20S. The essential oils were extracted by utilizing the vapor "dragging" technique and tested in the concentrations of 500; 1000; 1500 and 2000 mg/mL, exept clove, which was tested in concentrations of 200, 400, 600 and 800 mg/mL. The fungi Rhizopus sp., Penicillium spp., Eurotium repens and Aspergillus niger, isolated of breads discarded for consumption. The cinnamon essential oil inhibited completely the tested fungi development. The thyme and garlic oils presented a pronounced effect at the higher concentrations. The essencial oil of clove inhibited the growth of Aspergillus niger, Rhizopus sp. and Eurotium repens at concetrations above 600 mg/mL and of Penicillium above 800 mg/mL.

  4. Riqueza de espécies de fungos conidiais em duas áreas de Mata Atlântica no Morro da Pioneira, Serra da Jibóia, BA, Brasil Species richness of conidial fungi in two areas of Atlantic Forest at Morro da Pioneira, Serra da Jibóia, Bahia State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Fabio Oliveira Marques

    2008-12-01

    Full Text Available A Serra da Jibóia, fragmento de Mata Atlântica situado no município de Santa Terezinha, Bahia, está incluído entre as áreas prioritárias para conservação. Com o objetivo de conhecer os fungos conidiais decompositores da serapilheira nesse ecossistema, foram realizadas cinco expedições a cada dois meses, de outubro/2005 a junho/2006. Trinta amostras de material vegetal (folhas, pecíolos, galhos e cascas foram coletadas em três parcelas de 10 m², eqüidistantes entre si (10 m, delimitadas em duas áreas com vegetação e umidade diferentes. As amostras foram lavadas em água corrente e incubadas em câmaras-úmidas por um mês; durante esse período as estruturas fúngicas foram retiradas dos substratos para estudo, sendo identificadas 106 espécies de fungos conidiais. Embora apresentando número equivalente de espécies, houve baixa similaridade (25%, segundo o índice de Sørensen, entre as comunidades de fungos conidiais das duas áreas. Os dados contribuem para ampliar o conhecimento sobre a distribuição e a diversidade de fungos conidiais que colonizam substratos vegetais na Mata Atlântica e mostram a riqueza de espécies das áreas estudadas.The fragment of Atlantic Forest at Serra da Jibóia, municipality of Santa Terezinha, Bahia state, is a priority area for conservation. Five expeditions were undertaken every two months, from October/2005 to June/2006, in order to investigate the fungi that decompose leaf litter in this ecosystem. Thirty samples of plant debris (leaves, petioles, twigs and bark were collected in three parcels of 10 m², 10 m from each other, in two areas with different vegetation and humidity. Samples were washed in tap water and incubated in moist chambers for 30 days; during this period fungal structures on substrates were studied and 106 species of conidial fungi were identified. In spite of the similar number of species, there was low similarity (25% between the communities of conidial fungi of the

  5. Incidence and distribution of filamentous fungi during fermentation, drying and storage of coffee (Coffea arabica L. beans Incidência e distribuição de fungos filamentosos durante a fermentação, secagem e armazenamento de frutos e grãos de café (Coffea arabica L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Ferreira Silva

    2008-09-01

    Full Text Available The objective of this work was to isolate and characterize filamentous fungi present in different stages of harvest, fermentation, drying and storage of coffee beans processed by natural method. The cherries were hand-picked and then placed on a cement drying platform where they remained until reached 11% of humidity. Microbial counts were found in all samples during fermentation and drying of the coffee beans. Counts of fungi in the coffee cherries collected from the tree (time 0 were around 1.5 x 10³ CFU/g. This number increased slowly during the fermentation and drying reaching values of 2 x 10(5 CFU/g within 22 days of processing. Two hundred and sixty three isolates of filamentous fungi were identified. The distribution of species during fermentation and drying was very varied while there was a predominance of Aspergillus species during storage period. The genera found were Pestalotia (4, Paecelomyces (4, Cladosporium (26, Fusarium (34, Penicillium (81 and Aspergillus (112 and comprised 38 different species.O objetivo deste estudo foi isolar e caracterizar fungos filamentosos presentes em diferentes estágios de beneficiamento de café processado pelo método natural, incluindo: colheita, fermentação, secagem e armazenamento. O café cereja foi colhido manualmente e então colocado em uma plataforma de cimento, onde permaneceu até atingir 11% de umidade. A contagem microbiana foi realizada em todas as amostras durante a fermentação e secagem do café. A população de fungos filamentosos no café cereja ainda nos pés (tempo 0 foi em torno de 1,5 x 10³ UFC/g. Este número aumentou vagarosamente durante a fermentação e secagem, alcançando valores de 2 x 10(5 UFC/g em 22 dias do processamento. Duzentos e sessenta e três isolados de fungos filamentosos foram identificados. A distribuição das espécies durante fermentação e secagem foi bastante variada, mas no armazenamento dos grãos ocorreu o predomínio de espécies de

  6. Avaliação da presença de fungos em amostras de leite cru e estudo da susceptibilidade destes microrganismos às relações temperatura/tempo empregadas nos processos de pasteurização e fervura

    OpenAIRE

    Monica Ruz-Peres

    2005-01-01

    O presente trabalho foi delineado considerando-se a importância de fungos filamentosos e leveduras, os quais estão associados a diversas patologias no homem e animais. Deve-se considerar ainda que o leite e seus derivados lácteos contaminados com estes microrganismos podem constituir potenciais vias de transmissão de zoonoses a eles relacionados. Foram analisadas amostras de leite cru dos tipos A, B e C colhidas nas próprias propriedades leiteiras, bem como amostras de leite comercializado di...

  7. Remoção do corante FD&C azul nº 2 Indigotina em água com uso de fungos de decomposição branca e processo de filtração lenta: avaliação em escala piloto

    OpenAIRE

    LOPES, Maria Margareth Gonçalves

    2008-01-01

    Nas atividades industriais geradoras de resíduos os corantes são amplamente encontrados nos efluentes, quase sempre, constituindo um problema de ordem ambiental devido à sua toxicidade. O uso de fungos na degradação de corantes vem sendo estudado em diversos trabalhos científicos enquanto as vantagens econômicas e ambientais do uso de filtros lentos na produção de água bacteriologicamente segura há muito tempo já está descrita por diversos autores. Este trabalho teve por objeti...

  8. Crescimento de mudas de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis associadas a fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota Growth of seedlings of sweet-passion fruit (Passiflora alata Curtis associated to arbuscular mycorrhizal fungi (Glomeromycota

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maryluce Albuquerque da Silva

    2004-12-01

    Full Text Available Para determinar o efeito de fungos micorrízicos arbusculares sobre o crescimento de mudas de maracujazeiro-doce foi conduzido, em casa de vegetação, experimento com delineamento inteiramente casualizado usando cinco tratamentos de inoculação (200 esporos/planta de Acaulospora longula Spain & Schenck, Gigaspora albida Schenck & Smith, Glomus etunicatum Becker & Gerd., Scutellospora heterogama (Nicol. & Gerd. Walker & Sanders e controle não inoculado, com sete repetições. A cada 20 dias foram avaliados altura e número de folhas e ao final do experimento (90 dias: diâmetro do caule, biomassa, área foliar, colonização micorrízica e densidade de esporos de FMA na rizosfera. A partir de 70 dias foram evidenciadas diferenças no número de folhas; aos 90 dias as plantas inoculadas com G. albida apresentaram maior altura que as demais, que não diferiram significativamente entre si. Plantas associadas com esse fungo apresentaram, em relação ao controle, incrementos de 2.138% e 1.430% nas biomassas fresca e seca da parte aérea, 1.937% na biomassa fresca da raiz e 2.671% na área foliar. Apesar de não existir especificidade de hospedeiro na associação micorrízica arbuscular, apenas G. albida promoveu respostas significativas no maracujazeiro-doce, indicando a existência de maior compatibilidade funcional entre esses simbiontes.In order to determine the effect of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on growth of seedlings of sweet-yellow passion fruit, a greenhouse experiment was performed, using 200 AMF spores/plant in a randomized design with five treatments of inoculation (Acaulospora longula Spain & Schenck, Gigaspora albida Schenck & Smith, Glomus etunicatum Becker & Gerd., Scutellospora heterogama (Nicol. & Gerd. Walker & Sanders, and a non inoculated control with seven replicates. Every 20 days height and leaf number and after 90 days shoot diameter, biomass, leaf area, root colonization and density of AMF spores in the

  9. Compatibility between the entomopathogenic fungus Beauveria bassiana and insecticides used in coffee plantations Compatibilidade entre o fungo entomopatogênico Beauveria bassiana e inseticidas usados na cultura do cafeeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Natali de Oliveira

    2003-12-01

    controle, reduzindo assim a quantidade de inseticidas. O efeito fungitóxico in vitro das formulações inseticidas de Tiametoxan, Ciflutrin, Deltametrin, Alfacipermetrina, Triazofos, Clorpirifós, Fenpropatrin e Endosulfan em três concentrações (RC= recomendação média para campo, 0,5 ´ RC e 2 ´ RC, foi avaliado sobre a germinação dos conídios, crescimento vegetativo e produção de conídios no fungo Beauveria bassiana. Apenas cinco formulações inseticidas, na concentração RC, proporcionaram viabilidade dos conídios acima de 60%. A viabilidade deve ser considerada o parâmetro mais importante a ser avaliado por ser o passo inicial no processo de infecção. As formulações de Alfacipermetrina, Tiametoxan e Ciflutrin, nas menores concentrações, causaram a menor inibição da germinação, sem diferença em relação à testemunha. Analisando-se o crescimento vegetativo, observou-se que a formulação de Tiametoxan nas menores concentrações, não inibiu o crescimento radial, sendo o crescimento vegetativo nos demais tratamentos inferior à testemunha. A formulação de Tiametoxan também proporcionou a menor inibição na produção de conídios. Os inseticidas com formulações de Alfacipermetrina e Tiametoxan mostraram-se compatíveis com o fungo Beauveria bassiana (CG 425, importante agente natural de controle da broca do café Hypothenemus hampei e podem ser recomendados para MIP no cafeeiro

  10. Ação de fungos entomopatogênicos em larvas e adultos da mosca do figo Zaprionus indianus (Diptera: Drosophilidae Action of entomopathogenic fungi on the larvae and adults of the fig fly Zaprionus indianus (Diptera: Drosophilidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Michelle Svedese

    2012-11-01

    Full Text Available A mosca do figo, Zaprionus indianus, vem se disseminando no Brasil e causou nos últimos anos perdas de até 50% na produção de figos. Uma alternativa viável de controle desta mosca pode ser a utilização de fungos entomopatogênicos. Este trabalho foi conduzido em laboratório (27±1°C, UR 70±10% e fotoperíodo de 12h para avaliar a suscetibilidade dos estágios de larva e adulto de Z. indianus a cinco concentrações (10(8 a 10(4 conídios mL-1 de B. bassiana (URM2915; ESALQ447 e M. anisopliae (URM3349; URM4403. Não houve mortalidade larval e o período de pré-pupa não sofreu alteração em relação ao grupo controle, já o estágio de pupa foi aumentado em até três dias quando se utilizou B. bassiana. A emergência de adultos diminuiu em relação ao grupo controle: 10,6% quando as larvas foram tratadas com a maior concentração de B. bassiana URM2916 e 2,0% com M. anisopliae URM4403. No bioensaio com adultos, a mortalidade máxima atingiu 98,7% com B. bassiana e 100,0% com M. anisopliae. Os menores valores da CL50 foram de 1,09x10(5 conídios mL-1 para B. bassiana URM2916 e de 1,94x10(4 conídios mL-1 para M. anisopliae URM4403. O tempo letal médio (TL50 variou de 4,5 a 6,12 dias. Os resultados demonstraram que ambos os fungos são eficientes e mostram ser promissores agentes biocontroladores da mosca do figo, com destaque para M. anisopliae URM4403.The "fig fly", Zaprionus indianus, has spread by in Brazil and in recent years and has caused losses of up to 50% in the production of figs. A viable alternative to control this fly may be the use of entomopathogenic fungi such. The present study was developed in laboratory (27±1°C, RH 70±10% and 12h photoperiod, to assess the susceptibility of larval and adult stages of Z. indianus to five concentrations (10(8 to 10(4 conidia mL-1 of B. bassiana (URM2915; ESALQ447 and M. anisopliae (URM3349; URM4403. There was no larval mortality and the pre-pupal period did not change compared

  11. Filamentous fungi isolated from sand and water of "Bairro Novo" and "Casa Caiada" beaches, Olinda, Pernambuco, Brazil Fungos filamentosos isolados do solo e da água nas praias de Bairro Novo e Casa Caiada, Olinda, Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DNF. Gomes

    2008-08-01

    Full Text Available Fungi comprehend a heterogeneous group of heterotrophic microorganisms that act as saprobes or parasites or, less frequently, as symbionts living in association with other organisms. They are cosmopolitan and important components of ecosystems. Considering the small number of Brazilian papers on the filamentous mycota in marine environments, and the need to improve knowledge of the diversity of these microfungi in "Casa Caiada" and "Bairro Novo" beaches, Olinda, PE, the aim of this work was to isolate and identify the fungi from sand and water samples of these ecosystems. Thirty two samplings of sand (surface and 20 cm deep and water (surface and 1 m deep were carried out during the dry and rainy seasons, in low and high tide. From each sand sample, a suspension was made with 50 g of sand diluted in 90 mL of sterilized distilled water. From each sand suspension and water sample, 0.5 mL was spread, in triplicate, onto Petri dishes containing Sabouraud Agar added of chloramphenicol. The plates were incubated at 28 °C (±2 °C. Fifty seven species were isolated, identified, and classified in 20 genera. Aspergillus and Penicillium were the most frequent genera in both sand and water, with a total of 11 and 19 species, respectively.Os fungos compreendem um grupo heterogêneo de microorganismos heterotróficos, atuando como sapróbios ou parasitas, ou menos freqüentemente como simbiontes, vivendo em associação com outros organismos. São cosmopolitas e componentes importantes dos ecossistemas. Considerando-se a escassez de trabalhos no Brasil que tratam da micota filamentosa em ambientes marinhos, e ainda a necessidade do conhecimento da diversidade desses microfungos nas praias de Casa Caiada e Bairro Novo, Olinda, PE, este trabalho teve como objetivo o isolamento e identificação de fungos, em amostras de solo e de água, desses ecossistemas. Foram realizadas 32 coletas do solo (em superfície e a 20 cm de profundidade e da água (em superf

  12. Diversidade e função de fungos micorrízicos arbusculares em sucessão de espécies hospedeiras Diversity and function of arbuscular mycorrhizal fungi in host species succession

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Plínio Henrique Oliveira Gomide

    2009-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do pré-cultivo de diferentes espécies vegetais e de fungos micorrízicos arbusculares (FMA na esporulação, colonização e crescimento da braquiária cultivada em sucessão, em casa de vegetação. As plantas cresceram em vasos com uma mistura esterilizada de Latossolo Vermelho distrófico muito argiloso e areia de rio lavada, na proporção de 2:1 (v/v. Inicialmente, foram testados nove tratamentos: seis espécies vegetais micotróficas, uma espécie não micotrófica (nabo-forrageiro, um tratamento com Urochloa decumbens e um controle sem planta. Todos receberam uma mistura de oito espécies de FMA. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com dez repetições. Foram avaliadas a esporulação e a colonização micorrízica da Urochloa decumbens, a partir de propágulos de FMA remanescentes dos cultivos das seis espécies micotróficas e da espécie não microtrófica. Houve diferença entre as plantas hospedeiras quanto à percentagem de colonização micorrízica e produção total de esporos, tendo sido identificados cinco dos oito isolados estudados. Glomus clarum foi o FMA dominante na maioria dos tratamentos, seguido de Scutellospora heterogama e G. etunicatum. A espécie vegetal em pré-cultivo da braquiária não teve efeito na diversidade de FMA, tendo sido a espécie de fungo o fator efetivo para a composição de isolados fúngicos.The objective of this work was to evaluate the effects of pre-cultivation of different plant species and of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on the sporulation, colonization and growth of Urochloa cultivated in succession, under greenhouse conditions. Plants were grown in pots containing a sterilized mixture of very clayey Oxisol and washed river sand at a 2:1 ratio (v/v. A completely randomized experiment with nine treatments and ten replicates was initially tested: six mycotrophic plant species; a non-mycotrophic species (forage

  13. Fonsecaea pedrosoi cerebral phaeohyphomycosis ("chromoblastomycosis": first human culture-proven case reported in Brazil Feohifomicose cerebral ("cromoblastomicose" por Fonsecaea pedrosoi: primeiro caso demonstrado por cultura do fungo no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Paulo S. Nóbrega

    2003-08-01

    . A lesão principal foi enucleada cirurgicamente e Fonsecaea pedrosoi foi cultivado da massa necrótica e supurada. O paciente tinha tido um ferimento por faca 16 anos antes de ser visto no nosso hospital e, mais recentemente, uma lesão pulmonar granulomatosa no pulmão direito onde foi identificada uma forma isolada, não pigmentada, de fungo. A possibilidade de que o fungo tenha penetrado no organismo do paciente através da lesão de pele foi considerada, mas não se pode excluir uma eventual lesão primária pulmonar. O paciente teve alta hospitalar e foi seguido durante oito meses sem recorrência da doença. Meses depois, entretanto, desenvolveu complicações relacionadas à neurocirurgia, vindo a óbito. Uma autopsia completa foi feita, não demonstrando doença fúngica remanescente.

  14. Fungos micorrízicos arbusculares (FMA e aspectos fisiológicos em cafeeiros cultivados em sistema agroflorestal e a pleno sol Arbuscular mycorrhizal fungi and physiological aspects of coffee conducted in agroflorestal system and at full sun

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice Andrade Bonfim

    2010-01-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado em cafeeiros cultivados a pleno sol e consorciado com grevíleas em Vitória da Conquista (BA, em duas estações: seca e chuvosa, com objetivo de verificar a influência da arborização dos cafezais e da disponibilidade hídrica sobre a densidade de Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMA e ainda relacionar tais fatores com aspectos fisiológicos do cafeeiro. O experimento foi realizado em campos de observação com dois tratamentos e seis repetições, sendo as médias comparadas pelo teste t (pThe work was performed aiming to check the influence of the agroforestry system and water availability on the density of Arbuscular Mycorrhizal Fungi (AMF, and to correlate these factors with physiological aspects of coffee. This study was conducted in a full sun coffee field, where coffee plants were associated with grevilea during dry and rainy seasons. The experiment had two treatments and six replicates, and the resulting averages were compared by a t test at 5% of probability, comparing the systems and seasons. There was a rise in spore number in the dry season. Also the rate of root colonization of AMF was higher in intercropped cultivation but it did not differ between seasons. The shading of coffee plants in dry season promoted a raise of leaf Spad index. In the rainy season the leaf water potential had higher absolute value.

  15. Desempenho de fungos micorrízicos arbusculares na produção de mudas de maracujazeiro-amarelo, em diferentes substratos Arbuscular mycorrhizal fungi performance to produce mycorrhizal passionflower seedlings under different substrates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Parada Dias da Silveira

    2003-01-01

    Full Text Available O trabalho teve por objetivo selecionar fungos micorrízicos arbusculares (FMAs eficientes na promoção do crescimento de mudas de maracujazeiro-amarelo, em substrato esterilizado, com diferentes níveis de fertilidade, em função da adição ou não de matéria orgânica. Foram realizados três experimentos, em casa de vegetação. No primeiro, empregou-se como substrato uma mistura de 2:1:1 de areia, solo (Latossolo Vermelho Eutroférrico e esterco de curral; no segundo, uma mistura de 1:1 de solo e areia e no terceiro, uma mistura de 9:1 de solo e esterco de curral. Os FMAs empregados foram: Acaulospora sp.(IAC-13, Gigaspora margarita, Glomus sp (IAC-27, Acaulospora morrowae, Acaulospora sp. (IAC-44, Acaulospora scrobiculata, Scutellospora heterogama, Glomus clarum,Glomus sp. (IAC-28, Entrophospora colombiana, Glomus etunicatum e Glomus macrocarpum. No terceiro experimento, empregaram-se G. clarum, Glomus sp. (IAC-28, G. margarita, G. etunicatum e G. macrocarpum (IAC-50, uma mistura dessas espécies e populações de fungos nativos, oriundas de solo de uma cultura de maracujá estabelecida no campo e multiplicadas em Brachiaria decumbens, maracujazeiro e amendoinzeiro. Os efeitos positivos da micorrização foram maiores no substrato sem adição de matéria orgânica (esterco de curral, não superando, entretanto, o efeito da sua adição. G. clarum, G. etunicatum e G. margarita promoveram aumento significativo na produção de matéria seca. No substrato com adição de 25% de matéria orgânica, os fungos Acaulospora sp. (IAC- 44 e A. morrowae foram eficientes na promoção do desenvolvimento das mudas, com desempenho comparável ao Glomus sp. (IAC- 28 no substrato com adição de 10% de esterco de curral. G. clarum mostrou efeito parasítico, diminuindo o crescimento das plantas no substrato com 25% de matéria orgânica.The purpose of this study was to select effective arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on the production of yellow

  16. Biocontrol del moho foliar del tomate Cladosporium fulvum empleando cuatro hongos antagonistas Biocontrole do mofo foliar em tomateiro empregando quatro fungos antagonistas Biocontrol of leaf mold of tomato Cladosporium fulvum (Cooke 1883 employing four antagonistic fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Torres

    2008-01-01

    Full Text Available El moho foliar Cladosporium fulvum (Cooke 1883 produce una enfermedad que ataca el cultivo de tomate en invernadero en el Perú. Como alternativa al control de este patógeno se probó la eficiencia bajo condiciones in vitro e invernadero de cuatro hongos antagonistas: Hansfordia pulvinata (Berk y Curt 1958, Trichoderma harzianum (Rifai 1969, T. viride (Persoon 1821 y T. virens (Miller, Giddens y Foster 1963. El cultivo y crecimiento de los hongos se realizó en Agar Sabouraud para Trichoderma spp. y en Agar Jugo V8 para H. pulvinata. El bioensayo empleado fue el de placas precolonizadas propuesto por Krauss. En condiciones in vitro se observó que a 24 ºC y 72 h, el crecimiento de T. harzianum fue estadísticamente diferente de las otras tres especies ensayadas, y a 28 ºC fue similar a T. viride. A 24 ºC y a las 120 h, T. virens fue diferente de todas las especies evaluadas. A las 168 h el crecimiento de las tres especies de Trichoderma fue estadísticamente similar, diferenciándose de H. pulvinata. A 28 ºC a las 120 h y 168 h los resultados fueron estadísticamente similares para las tres especies de Trichoderma, pero diferentes de H. pulvinata. El mecanismo de acción más común para los hongos antagonistas fue el micoparasitismo. Finalmente, T. harzianum fue más eficiente debido a que redujo la severidad de la enfermedad en un 19,35 % bajo condiciones de invernadero.O mofo foliar Cladosporium fulvum (Cooke, 1883 produz uma enfermidade que ataca o cultivo do tomateiro em casa de vegetação no Peru. Como alternativa ao controle desse patógeno, testou-se a eficiência, sob condições in vitro e casa de vegetatção, de quatro fungos antagonistas: Hansfordia pulvinata (Berk y Curt 1958, Trichoderma harzianum (Rifai 1969, T. viride (Persoon 1821 y T. virens (Miller, Giddens y Foster 1963. O cultivo e crescimento dos fungos foi realizado em Agar Sabouraud para Trichoderma spp. e em Agar Suco V8 para H. pulvinata. O bioensaio empregado

  17. Incidência e viabilidade de sementes crioulas de milho naturalmente infestadas com fungos em pré e pós-armazenamento Incidence and viability of creole seeds of corn naturally infested with fungi in pre-and post-storage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Cesar Rodrigues Moreira Catão

    2013-05-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar a qualidade sanitária e fisiológica de quatorze variedades de sementes de milho crioulas em pré e pós-armazenamento em embalagens de polietileno tereftalato (PET. Houve efeito das variedades e das épocas de avaliações sobre a incidência de fungos e germinação. Dentre a micobiota observada, Fusarium moniliforme (88%, Penicillium spp. (6,9% e Aspergillus spp. (2,1% tiveram a maior porcentagem de incidência. Após o armazenamento, houve decréscimo de F. moniliforme (69% e aumento de Penicillium spp. (35% e Aspergillus spp. (22%. A incidência desses fungos não comprometeu a qualidade fisiológica das sementes, que apresentaram elevadas porcentagens de vigor e germinação.The objective of this study was to evaluate the sanitary and physiological quality of fourteen varieties of creole corn seeds in pre-and post-storage in packaging of polyethylene terephthalate (PET. Among the mycobiota observed Fusarium moniliforme (88%, Penicillium spp. (6,9% and Aspergillus spp. (2,1% had the highest incidence. After storage there was a slight decrease in the percentage of F. moniliforme (69% and a increase of Penicillium spp. (35% and Aspergillus spp. (22%. The incidence of these fungi did not compromise the physiological quality of seeds that showed high percentages of vigor and germination.

  18. Ação do fungo Beauveria bassiana, isolado 986, sobre o ciclo biológico do cascudinho Alphitobius diaperinus em laboratório Action of the fungus Beauveria bassiana, strain 986, over the biologic cycle of the Alphitobius diaperinus beetle in laboratory

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aleksandro Schafer da Silva

    2006-12-01

    Full Text Available O presente trabalho foi realizado para verificar a eficácia do fungo Beauveria bassiana em todas as etapas de desenvolvimento de Alphitobius diaperinus e assim saber em que fase ele é mais susceptível ao controle biológico. O fungo B. bassiana, isolado 986, foi testado em duas concentrações (3,4 X 10(6 e 3,4 X 10(8 conídios ml-1 mais um grupo controle. Foram realizadas duas leituras, uma sete e outra quatorze dias após a aplicação dos fungos. Na concentração 3,4 X 10(6, 54% dos ovos tratados estavam inférteis, ocorrendo 54% de mortalidade de larvas tratadas nos estádios I, II e III, 22,5% nos estádios IV, V e VI, 9,5% nos estádios VII e VIII e 24,5% de mortalidade das pupas. Na concentração 3,4 X 10(8, 66,8% dos ovos tratados estavam inviáveis, ocorrendo mortalidade de 56% das larvas tratadas nos estádios I, II e III, 34% nos estádios IV, V e VI, 24,5% nos estádios VII e VIII e 49,5% das pupas. Já no grupo controle, 13,3% dos ovos estavam inviáveis, ocorrendo mortalidade de 10% das larvas nos estádios I, II e III, 4% nos estádios IV, V e VI e 0% de mortalidade nos estádios VII, VIII e em pupas. Sobre o cascudinho adulto, o fungo não teve efeito nocivo em nenhum grupo analisado. Com base nesses resultados, observou-se que o fungo nas concentrações testadas apresentou efeito nocivo às fases do ciclo biológico do cascudinho, com exceção do inseto adulto.The present research was carried out to verify the Beauveria bassiana fungus efficacy in all development phases of Alphitobius diaperinus and to know in which phase it is more susceptible for biologic control. The B. bassiana, 986-isolated fungus, was tested in two different concentrations (3.4 x 10(6 and 3.4 x 10(8 conidium ml-1 and a control group. Two readings were realized, one after 7 days of fungus application and the other after 14 days. At concentration of 3.4 x 10(6 conidium ml-1, 54% of treated eggs were infertile, with larva death of 54% at I, II and III

  19. Fungos conidiais associados ao folhedo de Clusia melchiorii Gleason e C. nemorosa G. Mey. (Clusiaceae em fragmento de Mata Atlântica, BA, Brasil Conidial fungi associated to leaf litter of Clusia melchiorii Gleason and C. nemorosa G. Mey (Clusiaceae in a fragment of Atlantic rainforest, Bahia State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Rodrigues Barbosa

    2009-03-01

    Full Text Available Visando ampliar o conhecimento sobre diversidade de fungos conidiais, 10 folhas mortas de três indivíduos de C. melchiorii e de C. nemorosa foram coletadas bimestralmente na Serra da Jibóia, Bahia, no período de outubro/2005 a junho/2006. As folhas foram lavadas em água corrente e mantidas em câmara-úmida durante 30 dias. As estruturas fúngicas foram retiradas para estudo morfológico. Foram identificados 79 táxons de Ascomycota na forma anamórfica. Destes, 78 são hifomicetos e um celomiceto. Do total, 87% ocorreram sobre C. melchiorii e 55% sobre C. nemorosa. A maioria dos fungos apresentou freqüência esporádica e constância acidental. As espécies mais freqüentes foram: Beltrania rhombica Penz., Chaetopsina fulva Rambelli, Dactylaria ficusicola Paulus, Gadek & Hyde, Verticillium theobromae (Turconi Mason & Hughes e Volutella sp. 1 (sobre C. melchiorii e Atroseptaphiale flagelliformis Matsush., Pseudobeltrania sp., Zygosporium gibbum (Sacc., Rousseau & Bommer Hughes, Verticillium theobromae (Turconi Mason & Hughes e Volutella sp. 1 (sobre C. nemorosa. A similaridade de fungos entre as duas espécies de Clusia atingiu 60% e 11 táxons foram constantes nos dois hospedeiros: Atrosetaphiale flagelliformis, Beltraniella portoricensis (Stevens Piroz. & Patil, Chalara alabamensis Jones & Ingram., Cryptophiale kakombensis Piroz., Parasympodiella laxa (Subram. & Vittal, Speiropsis scopiformis Kuthub. & Nawawi, Thozetella cristata Piroz. & Hodges, Umbellidion radulans Sutton & Hodges, Verticillium theobromae, Volutella sp. 2 e Zygosporium gibbum. Os dados mostram que o folhedo produzido por C. melchiorii e C. nemorosa, na Serra da Jibóia, é rico em fungos conidiais. Esses fungos, como decompositores, são importantes para a dinâmica do ecossistema estudado.In order to increase the diversity knowledge of conidial fungi, 10 dead leaves from three individuals of C. nemorosa and C. melchiorii were bimonthly collected at the "Serra da Jib

  20. Inibição in vitro de fungos toxigênicos por Pichia sp. e Debaryomyces sp. isoladas de frutos de café (Coffea arabica = In vitro inhibition of toxigenic filamentous fungi by Pichia sp. and Debaryomyces sp. isolates from coffee (Coffea arabica fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darlê Martins Barros Ramos

    2010-07-01

    Full Text Available O café é um produto nacional com grande expressão para a economia brasileira. O uso excessivo de fungicidas tem levado a pesquisas sobre formas alternativas como o controle biológico. Objetivou-se avaliar o potencial antagônico de leveduras em co-cultivo com fungos filamentosos. Isolados das espécies Debaryomyces hansenii (UFLACF 889 e UFLACF 847 e Pichia anomala (UFLACF 710 e UFLACF 951 foram inoculados (103 a 106 células mL-1 com três espécies de fungos filamentosos, Aspergillus ochraceus, A. parasiticus e Penicillium roqueforti (103 a 106 esporos mL-1. A avaliação do crescimento micelial e a contagem de esporos foram realizadas durante 21 dias. Observou-se que o isolado UFLACF 889 apresentou, em média, maior efeito inibitório na produção de esporos de A. ochraceus (inibição de 82% e P. roqueforti (74%. O isolado UFLACF 710 inibiu a produção deesporos, em média, 60 e 75,6% de A. ochraceus e P. roqueforti, respectivamente. A. parasiticus foi o fungo mais resistente à inibição pelas leveduras. O crescimento micelial não foi inibido pela presença da levedura em co-cultivo. Portanto, pode-se concluir que leveduras em cultivo pareado com fungos filamentosos são capazes de inibir a produção de esporos e, potencialmente, diminuir a disseminação destes fungos no processamento de café.Coffee is a national product with great importance for the Brazilian economy. The excessive use of pesticides led to research for alternative forms, such as biological control. The objective of this work was to assess the potential antagonistic effect of yeast in dualculture with filamentous fungi. Isolates of Debaryomyces hansenii (UFLACF 889 and UFLACF 847 and Pichia anomala (UFLACF 710 and UFLACF 951 species were inoculated (103 to 106 células mL-1 with three species of filamentous fungi, Aspergillus ochraceus, A. parasiticus and Penicillium roqueforti (103 to 106 spores mL-1. The assessmentof mycelial growth and counting of spores was

  1. Ambient pH-regulated enzime secretion in endophytic and pathogenic isolates of the fungal genus Colletotrichum Secreção de enzimas mediada pelo pH do ambiente em isolados patogênicos e endofíticos do fungo Colletotrichum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walter Maccheroni Jr.

    2004-06-01

    Full Text Available In fungi a genetic system ensures that enzymes are secreted mainly at ambient pH values corresponding to their optima of activity. Although a great deal of information has been obtained concerning this environmental response, there is a lack of studies involving phytopathogenic, endophytic and entomopathogenic fungi as well as different aspects of fungus-host interactions. This study compares in a plate-clearing assays, the effect of ambient pH in the secretion of amylase, cellulase, lipase, pectinase and protease by endophytic, phytopathogenic, and entomopathogenic isolates belonging to several species of Colletotrichum. All enzymes were secreted in a pH-dependent manner by all isolates. Endophytes and pathogens showed distinct patterns of protease secretion, with optima at alkaline and acid growth conditions, respectively. In liquid medium, a Pi-repressible acid phosphatase of an endophytic isolate responded to ambient pH, having a 14-fold increase in secreted specific activity at acid pH, as compared to alkaline pH. Furthermore, part of a Colletotrichum pacC homologue gene, coding for a transcriptional factor responsible for pH-regulated gene expression, was cloned. Ambient pH seems to be a general factor controlling enzyme secretion in fungus-host interactions through a conserved genetic circuit.Em fungos, um sistema de regulação gênica garante que enzimas sejam secretadas predominantemente em valores de pH do ambiente próximos aos pH ótimos de atividade correspondentes. Embora muita informação tenha sido acumulada sobre essa resposta adaptativa, não existem estudos envolvendo fungos fitopatogênicos, endofíticos e entomopatogênicos, bem como sobre outros aspectos relacionados às interações fungo-hospedeiro. No presente trabalho foi comparado, em meio sólido, o efeito do pH do ambiente na secreção das enzimas amilase, celulase, lipase, pectinase e protease por isolados endofíticos, fitopatogênico e entomopatog

  2. Fungos micorrízicos arbusculares em bananeiras cultivadas no Vale do Submédio São Francisco Arbuscular mycorrhizal fungi associated with roots of banana cultivated in the Submédio São Francisco Valley

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Mayumi Yano de Melo

    1997-12-01

    Full Text Available Na região do Vale do São Francisco, onde a exploração da agricultura irrigada é a principal responsável pela alta produção de frutas para exportação, a banana é uma das culturas que mais tem se expandido em área cultivada. Com o objetivo de registrar os fungos micorrízicos arbusculares associados a essa cultura, foram coletadas, sob a parte aérea da bananeira, amostras de solo da rizosfera, em quatro áreas com diferentes características de solo, sendo identificadas as espécies: Acaulospora longula Spain & Schenck, A. morrowiae Spain & Schenck, A. rehmii Sieverding & Toro, A. scrobiculata Trappe, A. spinosa Walker & Trappe, A. tuberculata Janos & Trappe, Entrophospora infrequens (Hall Ames & Schneider, Gigaspora ramisporophora Spain, Sieverding & Schenck, Glomus diaphanum Morton & Walker, G. etunicatum Becker & Gerd., G. intraradices Schenck & Smith, G. macrocarpum Tui. & Tui., G. mosseae (Nicol. & Gerd. Gerd. & Trappe, G. occultum Walker e Scutellospora sp. A percentagem de colonização das raízes de bananeiras nas diferentes áreas foi em média 55%.In the region of the São Francisco Valley, where irrigated agriculture is responsable for high production of fruits for exportation, banana is one of the most expanded crops in cultivated areas. In order to know the arbuscular mycorrhizal fungi associated with this crop, samples from the rhizosphere of banana plants were collected in four areas with different soil characteristics, being identified the species: Acaulospora longula Spain & Schenck, A. morrowiae Spain & Schenck, A. rehmii Sieverding & Toro, A. scrobiculata Trappe, A. spinosa Walker & Trappe, A. tuberculata Janos & Trappe, Entrophospora infrequens (Hall Ames & Schneider, Gigaspora ramisporophora Spain, Sieverding & Schenck, Glomus diaphanum Morton & Walker, G. etunicatum Becker & Gerd., G. intraradices Schenck & Smith, G. macrocarpum Tui. & Tui., G. mosseae (Nicol. & Gerd. Gerd. & Trappe, G. occultum Walker and

  3. Ocorrência de fungos em sementes de soja produzidas sob calagem e adubação potássica residuais The residual effect of liming and potassium fertilization on the occurrence of fungi in soybean seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.A.A. Mascarenhas

    1995-12-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito residual da adubação potássica e da calagem sobre a ocorrência de fungos em sementes de soja. O experimento foi instalado com a cultivar IAC-17, no ano agrícola de 1991/92, aplicando doses a lanço de O, 3,5 e 7 t/ha de calcário dolomítico e de 0, 150, 300, 450 e 600 kg/ha de K2O. As sementes colhidas no terceiro ano de cultivo, (1993/94 foram submetidas ao teste de sanidade, pelo método do papel de filtro. Observou-se que a calagem reduziu significativamente a incidência de Phomopsis sp., favorecendo, no entanto, a presença de Aspergillus sp. e de Fusarium sp.. Embora não tenham sido detectadas diferenças significativas, nos tratamentos com calagem, verificou-se redução da incidência de Cercospora kikuchii, Colltotrichum dematium var. truncata e Peronospora manshurica. Apenas a incidência de Phomopsis sp. diminuiu significativamente devido à adubação potássica, sendo menor quando se utilizou a dose de 450 kg/ha de K2O.To study the residual effect of liming and potassium fertilizer on the occurrence of fungi in soybean seeds, an experiment was installed during the 1991/92 growing season, using 0, 3.5 and 7.0 t/ha of dolomitic lime and 0, 150, 300, 450 and 600 kg/ha of K2O in the form of potassium cloride. In 1993/94 (the third year, the harvested seeds were submitted to a seed health test (blotter method. The results showed that liming reduced significantly the incidence of Phomopsis sp. and increased the presence of Aspergillus sp. and Fusarium sp.. Although no significant differences were observed with liming, there was a reduction in the incidence of Cercospora kikuchii, Colletotrichum dematium var. truncala and Peronospora manshurica. Among the fungi found in the seeds, only Phomopsis sp. was significantly reduced by potassium fertilization, the least incidence being observed at the rate of 450 kg/ha.

  4. Variabilidade morfocultural e genética de fungos associados a podridão peduncular do mamão Morphocultural and genetic variability of fungi associated with stem-end rot of papaya

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Pimenta Peres

    2003-10-01

    Full Text Available Objetivou-se, com este trabalho, verificar a variabilidade morfocultural e genética de fungos associados à podridão peduncular do mamão (Carica papaya L.. As avaliações morfoculturais foram feitas pelo índice de crescimento micelial e características das colônias, como coloração e tipo de micélio, quando os isolados foram crescidos em diferentes meios de cultura (BDA, MDA e Czapek. A variabilidade genética foi verificada por meio de análises de AFLP. Os isolamentos foram feitos em frutos obtidos de diferentes regiões produtoras do Brasil. Foram estudados oito isolados de cada uma das três espécies mais incidentes (Colletotrichum gloeosporioides, Phoma caricae-papayae e Fusarium solani. Foi verificado que os meios BDA e MDA promoveram um maior e mais rápido crescimento micelial para a maioria dos isolados testados e houve variações nas colorações das colônias desses isolados nos diferentes meios. A análise de AFLP gerou um total de 339 bandas polimórficas, indicando uma variabilidade genética entre os isolados de cada espécie fúngica, com alguns desses microrganismos formando grupos divergentes dos demais. Não foi observada uma correlação entre características morfológicas e análises de AFLP.The objective of this work was to look at the variability between isolates of the three fungal species, Colletotrichum gloeosporioides, Fusarium solani and Phoma caricae-papayae associated with stem-end rot in papaya fruits (Carica papaya L. which were produced in different regions of Brazil. In one trial, comparisons were made considering morphological and cultural characteristics exhibited by the fungi grown in different media: Potato dextrose agar (PDA, Papaya extract agar (PEA and Czapek. In general, mycelial growth of all fungi was higher in PDA and PEA and no correlation was seen between growth rates and other morphocultural characteristics such as color, colony type and others for all isolates compared. The analysis of

  5. Selection of filamentous fungi of the Beauveria genus able to metabolize quercetin like mammalian cells Seleção de fungos filamentosos do gênero Beauveria capazes de metabolizar quercetina de forma semelhante aos mamíferos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eula Maria de M. B. Costa

    2008-06-01

    Full Text Available Microbial biotransformations constitute an important alternative as models for drug metabolism study in mammalians and have been used for the industrial synthesis of chemicals with pharmaceutical purposes. Several microorganisms with unique biotransformation ability have been found by intensive screening and put in commercial applications. Ten isolates of Beauveria sp genus filamentous fungi, isolated from soil in the central Brazil, and Beauveria bassiana ATCC 7159 were evaluated for their capability of quercetin biotransformation. Biotransformation processes were carried out for 24 up to 96 hours and monitored by mass spectrometry analyses of the culture broth. All strains were able to metabolize quercetin, forming mammalian metabolites. The results were different from those presented by other microorganisms previously utilized, attrackting attention because of the great diversity of reactions. Methylated, sulphated, monoglucuronidated, and glucuronidated conjugated metabolites were simultaneously detected.Biotransformações microbianas constituem uma alternativa importante como modelo para o estudo do metabolismo de medicamentos em mamíferos e são empregadas em processos sintéticos industriais com propósitos farmacêuticos. Diversos microrganismos com potencial para biotransformação têm sido encontrados através de screening intensivo e aplicados comercialmente. Dez cepas de fungos filamentosos do gênero Beauveria, isolados na região central do Brasil, e a cepa Beauveria bassiana ATCC 7159 foram avaliadas quanto à capacidade de biotransformação da quercetina. As reações de biotransformações foram realizadas por um período de 24 a 96 horas, e monitoradas através de espectrometria de massas do meio reacional. Todas as cepas foram capazes de metabolizar a quercetina, formando metabólitos encontrados nos mamíferos. Os resultados foram diferentes dos resultados apresentados por outros microrganismos utilizados anteriormente e

  6. Fungos micorrízicos no crescimento e na extração de metais pesados pela braquiária em solo contaminado Mycorrhizal fungi influence on brachiariagrass growth and heavy metal extraction in a contaminated soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana da Silva

    2006-12-01

    Full Text Available Avaliou-se, em casa de vegetação, a influência de 14 isolados de fungos micorrízicos arbusculares (FMA no crescimento e extração de Zn, Cd, Cu e Pb pela Brachiaria decumbens em solo contaminado. Foram utilizadas plantas com e sem FMA, em vasos com 0,92 kg de solo com (mg kg-1: Zn, 3.300; Cu, 60; Cd, 29; Pb, 73. Os isolados fúngicos tiveram efeitos diferenciados no crescimento e aumentaram a produção de matéria seca em 84%. Os teores de metais na planta foram elevados e apresentaram relação inversa com a produção de matéria seca. Verificou-se que os FMA não afetaram os teores de Pb, mas reduziram em 20, 28 e 63% os teores de Zn, Cd e Cu na parte aérea, respectivamente, e aumentaram os teores de Cu nas raízes em mais de 1.000%. Os FMA aumentaram a quantidade de metais extraídos do solo em 845, 142, 68 e 54% para Cu, Pb, Zn e Cd, respectivamente. Acaulospora spinosa, Acaulospora morrowiae-UFLA e Gigaspora gigantea aumentaram a extração simultânea dos quatro metais contaminantes. Os FMA, de acordo com a espécie, aumentam a capacidade da B. decumbens de extrair metais pesados do solo.The influence of 14 arbuscular mycorrhiza fungal isolates (AMF on brachiariagrass growth and extraction of Zn, Cd, Cu and Pb from a contaminated soil was evaluated in a greenhouse experiment. Mycorrhizal and nonmycorrhizal Brachiaria decumbens plants were grown in pots with 0.92 kg of soil containing (mg kg-1: Zn, 3,300; Cu, 60; Cd, 29; Pb, 73. The AMF increased dry matter yield in 84%. Plant heavy metal concentrations were high and were inversely related to dry matter yield. Isolates caused no effect on Pb, but reduced shoot Zn, Cd and Cu concentrations by 20, 28 and 63%, respectively. It was observed effect of mycorrhiza on Cu accumulation in roots (over 1,000%. Isolates enhanced the total amount of soil extracted metals by 845, 142, 68 and 54% for Cu, Pb, Zn and Cd, respectively. Only Acaulospora spinosa, Acaulospora morrowiae-UFLA and Gigaspora

  7. Caracterização fenotípica e molecular de esporos de fungos micorrízicos arbusculares mantidos em banco de germoplasma Phenotypic and molecular characterization of arbuscular mycorrhizal fungal spores from cultures maintained in germplasm collection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cândido Barreto de Novais

    2010-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar fenotípica e genotipicamente isolados de espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA mantidos em cultura pura e avaliar a aplicabilidade da técnica PCR-DGGE desenvolvida para Gigaspora, na identificação molecular de espécies de FMA pertencentes a outros gêneros. A caracterização fenotípica das espécies foi realizada de acordo com critérios morfológicos, descritos pela taxonomia, e com uso de descrições originais das espécies presentes na literatura especializada. A análise genotípica foi feita com base na discriminação específica da região V9 do 18S rDNA, que permitiu a diferenciação das espécies e não revelou qualquer diferença entre os isolados geográficos de Glomus clarum, e entre os de Glomus etunicatum. Isto indica a aplicabilidade da técnica para a avaliação da pureza genética e discriminação de espécies de FMA.The objective of this work was to characterize phenotypically and genotypically isolates of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF maintained in pure culture and to evaluate the applicability of PCR-DGGE analysis, developed for Gigaspora, for molecular identification of AMF species belonging to other genres. The species phenotypic characterization was done according to morphological criteria, as described by taxonomy, and according to original descriptions of species published in the specialized literature. The genotypic analysis was made through specific discrimination of the V9 region in the 18S rDNA, which allowed the distinction of species and showed no difference among geographical isolates of Glomus clarum, and among those of Glomus etunicatum. This indicates the applicability of this technique for assessment of genetic purity and discrimination of AMF species.

  8. Association between aflatoxin and aflatoxigenic fungi in Brazil nut (Bertholletia excelsa H.B.K. Associação de aflatoxinas e fungos aflatoxigênicos em castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa H.B.K.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Mendonça Pacheco

    2010-06-01

    Full Text Available Brazil nut has a high nutritional content and is a very important trade commodity to some Latin American countries. In order to evaluate its safety, 120 samples from different stages of the productive chain were analyzed in terms of: moisture content (mc, aflatoxigenic fungi and aflatoxin (LOQ = 1.95 μg.kg-1 total aflatoxin using TLC. Among all samples, 4 (6.7% from the receiving area, and 5 (16.7%, from retail presented aflatoxins above the LOQ, but the amount of aflatoxins was below the LOQ after the samples were dried in the plant. The positive samples were above the limit of total aflatoxin permitted by the European Union (4.0 μg.kg-1 and Brazil (30 μg.kg-1. The mc mean was 22.43% in the receiving area, which is higher than that in the other stages samples. All the A. flavus strains were aflatoxigenic, and there was statistic association between the presence of aflatoxin and flavus strains. The aflatoxigenic fungi strains associated to the aflatoxins levels in the samples show that an effective control is necessary for the food safety in the Brazil nut production chain.A castanha-do-Brasil tem um alto teor nutricional e é um importante produto comercial para alguns países da América Latina. Com objetivo de avaliar a segurança, 120 amostras de diferentes etapas da cadeia produtiva, foram analisadas quanto a: teor de umidade, fungos aflatoxigênicos e aflatoxinas (LOQ = 1,95 μg.kg-1 aflatoxinas totais por CCD. Das amostras, 4 (6,7% da área de recepção, e 5 (16,7% do varejo apresentaram aflatoxinas acima do LOQ. Nas amostras após secagem na usina não foram detectadas aflatoxinas(< LOQ. As amostras positivas estavam acima dos limites aceitos pela União Européia (4,0 μg.kg-1 e Brasil (30 μg.kg-1. A média do teor de umidade foi de 22,43% na etapa de recepção, maior do que as outras etapas estudadas. Todas as cepas de A. flavus eram aflatoxigênicas e houve associação estatística entre a presença de aflatoxinas e a presen

  9. External development of the entomopathogenic fungi Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae in the subterranean termite Heterotermes tenuis Desenvolvimento dos fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana E Metarhizium anisopliae no cupim subterrâneo Heterotermes tenuis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Moino Jr.

    2002-06-01

    Full Text Available The subterranean termite Heterotermes tenuis is one of the main pests of sugarcane and eucalyptus in Brazil, and the use of entomopathogenic fungi, alone or associated to chemicals, is an efficient and environmentally favorable method for its control. Studies related to the fungal development on these insects are important due to the effect of insect behavior on entomopathogens. The objective of this work was to describe the external development of Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae on H. tenuis using Scanning Electron Microscopy (SEM, determining the duration of the different phases of fungal infection. Two fixation techniques for preparing SEM samples were also evaluated. Worker specimens of H. tenuis were inoculated with a 1 x 10(9 conidia mL-1 suspension of the fungi and maintained at 25±1ºC and 70±10% relative humidity. Insects were collected from 0 to 144 hours after inoculation and prepared on SEM stubs for each of the two fixation techniques. The results obtained with the two techniques were compared and duration of the different phases of the infection process were estimated from SEM observations and compared for three fungal isolates. B. bassiana and M. anisopliae have similar development cycles on the termite, but some important differences exist. The penetration, colonization and conidiogenesis phases are relatively faster for M. anisopliae than for B. bassiana, which results in a faster rate of insect mortality. The fixation technique with OsO4 vapor is suitable for preparation of insects to be used in SEM observation of the developmental stages of entomopathogenic fungi.O cupim subterrâneo Heterotermes tenuis , uma das principais pragas da cana-de-açúcar e eucalipto no Brasil, e o uso de fungos entomopatogênicos, isoladamente ou associados a produtos químicos, é um método eficiente e ambientalmente seguro para seu controle. Estudos relacionados ao desenvolvimento fúngico nestes insetos são importantes devido

  10. Potencial herbicida da biomassa e de substâncias químicas produzidas pelo fungo endofítico Pestalotiopsis guepinii Herbicide potential of the biomass and chemical compounds produced by the fungus Pestalotiopsis guepinii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.S. Santos

    2008-01-01

    Full Text Available Muitas substâncias químicas disponíveis na natureza, produzidas por plantas ou por microrganismos, podem oferecer novas e excelentes oportunidades para diversificar o controle de pragas na agricultura e na prática agrícola, e, nesse sentido, os fungos podem contribuir de forma positiva. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o potencial inibitório na germinação de sementes e no desenvolvimento de plântulas de duas espécies de plantas daninhas em relação aos extratos e substâncias químicas obtidas da biomassa produzida por Pestalotiopsis guepinii - um fungo endofítico da espécie Virola michelii. Foram desenvolvidos bioensaios em condições controladas de 25 ºC e fotoperíodo de 12 horas, para germinação, e de 25 ºC e fotoperíodo de 24 horas, para desenvolvimento da radícula e do hipocótilo. Os extratos brutos foram analisados em concentração de 1,0% (m/v. Os resultados indicaram os extratos mais polares (MeOH-1 e MeOH-2 como de maior potencial inibitório, porém os efeitos promovidos pelos extratos hexânicos e acetato de etila foram expressivos, especialmente em relação à germinação das sementes. Comparativamente, a germinação das sementes das espécies de plantas daninhas se mostrou mais sensível aos efeitos do que o desenvolvimento das plântulas. Das espécies receptoras, Mimosa pudica (malícia apresentou maior sensibilidade aos efeitos inibitórios dos extratos. Entretanto, na germinação de sementes da espécie Senna obtusifolia (mata-pasto, o extrato MeOH-1 apresentou 100% de inibição. As substâncias ergosterol e peróxido de ergosterol, isoladas do extrato hexânico, quando testadas isoladamente, apresentaram potencial inibitório sempre abaixo dos 35%, não repetindo o potencial inibitório do extrato hexânico, de onde foram isoladas. Quando testadas juntas, não se verificaram aumentos expressivos na atividade herbicida, embora acréscimos na atividade inibitória tenham sido observados

  11. Growth and physiological responses of melon plants inoculated with mycorrhizal fungi under salt stressCrescimento e respostas fisiológicas do meloeiro inoculado com fungos micorrízicos arbusculares sob estresse salino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilber da Silveira Lúcio

    2013-09-01

    Full Text Available The accumulation of salts in the soil is a common problem of arid and semi-arid regions, that cause reduction in plant growth and yield. In this context, the arbuscular mycorrhizal fungi (AMF have been studied in recent years, with results indicating that their associations with the plant roots minimize some effects of salt stress. The objective of this work was to evaluate the influence of increasing levels of salinity of the irrigation water in the melon plants mycorrhized with AMF. The experiment design was completely randomized in factorial 2 x 4 corresponding to two mycorrhiza treatments (inoculated and not inoculated plants x 4 levels of salinity (ECw = 0.5, 1.5, 3.0 and 4.5 dS m-1, with 4 replicates.The mycorhizal colonization, plant growth, leaf gas exchange and the concentrations and contents of ions (N, P, K+, Na+ e Cl- were measured. The mycorrhized plants showed higher production of shoot dry matter and leaf area, in relation to non-inoculated plants, mainly in the 0.5 dS m-1 treatment. However, this beneficial effect decreased with salinity levels increasing. Stomatal conductance, transpiration rate and photosynthetic rate were positively influenced by AMF, the values being higher in mycorrhized plants. The results showed a peak of colonization in treatment with EC of 1.36 dS m-1 with a tendency to decrease in higher salt concentrations. The symbiotic association between AMF and melon roots increased the contents of N, P and K, at low and medium salinity, and reduced the absorption of potentially toxic ions (Na, Cl from the salinity caused by irrigation water with 3.0 dS m – 1. Nas regiões áridas e semiáridas é comum a acumulação de sais no solo em quantidades prejudiciais ao crescimento e rendimento das plantas. Neste contexto, os fungos micorrízicos arbusculares (FMA vem sendo estudados nos últimos anos, havendo resultados que indicam que as associações micorrízicas com as plantas minimizam alguns efeitos do estresse

  12. Resposta in vitro de fungos agentes de micoses cutâneas frente aos antifúngicos sistêmicos mais utilizados na dermatologia In vitro response of cutaneous mycosis fungal agents to the most widely used systemic antifungals in dermatology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Maria Martins de Almeida

    2009-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS - A alta frequência das micoses cutâneas justifica a necessidade de avaliar a possível contribuição da determinação do perfil de susceptibilidade aos antifúngicos in vitro. OBJETIVO - Avaliar se existe variabilidade nos isolados fúngicos quanto à susceptibilidade in vitro de fungos filamentosos, previamente isolados de micoses cutâneas, frente aos antifúngicos fluconazol, cetoconazol, itraconazol e terbinafina. MÉTODOS - Os fungos foram isolados e identificados por meio da metodologia clássica e o teste de susceptibilidade aos antifúngicos foi realizado segundo o método de microdiluição em caldo, de acordo com protocolo preconizado pelo Clinical Laboratory Standards Institute (CLSI, documento M38-A. RESULTADOS - Das 80 amostras de fungos filamentosos identificadas, o gênero Trichophyton representou 81%. As quatro drogas analisadas apresentaram grande variação nos gêneros Trichophyton e Microsporum. O gênero Fusarium foi resistente a todas as drogas testadas. A terbinafina foi o antimicótico mais eficaz contra a maioria dos isolados fúngicos. CONCLUSÃO - Houve uma grande variabilidade nos perfis de resposta aos antifúngicos testados. O estabelecimento de um método-teste de referência permitirá ao clínico maior objetividade na escolha de uma terapia adequada.BACKGROUND - The high frequency of cutaneous mycosis justify the need to evaluate the possible contribution of in vitro profile of susceptibility to antifungal agents. OBJECTIVE - To evaluate whether there is variability in in vitro susceptibility by filamentous fungi, previously isolated from cutaneous mycosis, to fluconazole, ketoconazole, itraconazole and terbinafine. METHODS - Fungi were isolated and identified by classical methods and the antifungal susceptibility test was performed using the method of broth microdilution, according to a protocol recommended by the Clinical Laboratory Standards Institute (CLSI, through M38-A document. RESULTS

  13. Desenvolvimento dos fungos Metarhizium anisopliae (Metschnikoff, 1879 Sorokin, 1883 E Beauveria bassiana (Balsamo Vuillemin, 1912 sobre Ctenocephalides felis felis (Bouché, 1835 Development of the fungi Metarhizium anisopliae (Metschnikoff, 1879 Sorokin, 1883 and Beauveria bassiana (Balsamo Vuillemin, 1912 on the Ctenophephalides felis felis (Bouché, 1835

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise R. De Melo

    2007-09-01

    Full Text Available A pulga Ctenocephalides felis felis é um parasita causador dermatites alérgicas e também pode transmitir diversos agentes etiológicos aos animais domésticos e aos homens. O objetivo deste trabalho foi verificar o desenvolvimento do fungo sobre a cutícula da pulga, através da microscopia eletrônica de varredura. Os isolados fúngicos testados foram o Metarhizium anisopliae 959 e Beauveria bassiana 986, ambos na concentração 10(8 conídios/ml. Após a exposição dos isolados fúngicos no período de duas, 15, 26 e 96 horas , o material foi processado para a microscopia eletrônica de varredura. Com a obtenção das micrografias, pode-se observar que com 2 horas após exposição aos fungos, os conídios estavam aderidos por toda a cutícula, situando-se preferencialmente nas membranas intersegmentais do abdome. Com 15 horas observou-se a formação do tubo de germinação e a cabeça do apressório e após 26 horas foi possível observar as ramificações e o engrossamento das hifas sobre a cutícula das pulgas. Os resultados indicam que os fungos testados foram capazes de se desenvolver sobre a cutícula de C. f. felis.The flea Ctenocephalides felis felis is a parasite that causes allergic dermatitis and also may transmit etiologic agents to domestic animals and humans. This study investigated by scanning electron microscopy the development of entomopathogenic fungi on flea cuticle. Fleas were exposed to conidia (10(8 ml-1 of Metarhizium anisopliae (isolate 959 or Beauveria bassiana (isolate 986. Following standard protocols for electron microscopy, the specimens were prepared 2, 15, 26 and 96 h after infection. The micrography revealed that 2 h after fungus exposure, conidia attachments encompassed the entire flea cuticle, especially on abdominal intersegmental membranes. The emergence of germ tubes and appressoria formation occurred at 15 h, thickening and branching of hyphae on the flea cuticle was noted at 26 h. Therefore, both of

  14. Indução in vitro da germinação de sementes de Oncidium flexuosum (Orchidaceae por fungos micorrízicos rizoctonióides In vitro symbiotic seed germination of Oncidium flexuosum (Orchidaceae by rhizoctonia-like mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Liparini Pereira

    2005-04-01

    Full Text Available A germinação de sementes e o desenvolvimento de protocórmios de Oncidium flexuosum (Orchidaceae induzidos simbioticamente são descritos pela primeira vez. As sementes de O. flexuosum foram inoculadas com dez fungos micorrízicos rizoctonióides, previamente isolados de micorrizas de dez espécies de orquídeas neotropicais do Brasil, incluindo O. flexuosum. Foram utilizados um isolado pertencente à espécie Epulorhiza repens, dois pertencentes à Epulorhiza epiphytica, seis de Ceratorhiza spp. e um de Rhizoctonia sp. Sementes inoculadas com o isolado M2 de Ceratorhiza sp., originalmente isolado do sistema radicular de O. flexuosum em habitat natural, promoveu a germinação das sementes em sete dias e em, aproximadamente, 30 % das plântulas, houve formação de folhas após 50 dias de incubação, apresentando pelotons em algumas células do protocórmio e das radicelas. Os demais isolados promoveram a germinação das sementes; entretanto, não promoveram um desenvolvimento ótimo dos protocórmios. Sementes incubadas na ausência de fungos micorrízicos não germinaram. A especificidade e a alta dependência de O. flexuosum pela associação micorrízica ficaram claras. Aspectos relativos à especificidade, anatomia da interação fungo-planta e a importância da seleção de estirpes fúngicas, previamente ao uso de fungos micorrízicos para o cultivo simbiótico a partir de sementes de O. flexuosum são discutidos.Symbiotic in vitro seed germination and protocorm development of Oncidium flexuosum is described for the first time. O. flexuosum seeds were inoculated with ten mycorrhizal isolates, originally obtained from the mycorrhiza of ten neotropical Brazilian orchid species, including O. flexuosum. One of the isolates belongs to Epulorhiza repens, two to Epulorhiza epiphytica, six to Ceratorhiza spp., and one to Rhizoctonia sp. Seeds inoculated with the M2 isolate of Ceratorhiza sp., originally isolated from the root system of wild O

  15. Isolamento e identificação de fungos micorrízicos rizoctonióides associados a três espécies de orquídeas epífitas neotropicais no Brasil Isolation and identification of rhizoctonia-like mycorrhizal fungi associated to three neotropical epiphytic orchid species in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Liparini Pereira

    2005-04-01

    Full Text Available Distúrbios causados pelo homem têm resultado no aumento do risco de extinção de diversos táxons de orquídeas nativas da Mata Atlântica no Brasil. Na natureza, orquídeas utilizam obrigatoriamente fungos endomicorrízicos para a germinação de sementes e desenvolvimento da plântula, ao menos nos primeiros estádios do seu ciclo de vida. Assim, fungos micorrízicos associados ao sistema radicular de orquídeas nativas vêm sendo isolados, caracterizados e armazenados para uso em futuros programas de conservação de espécies de orquídeas, por meio da germinação simbiótica. Três isolados de fungos micorrízicos rizoctonióides foram obtidos do sistema radicular de três espécies de orquídeas neotropicais, Gomesa crispa, Campylocentrum organense e Bulbophyllum sp., de três diferentes fragmentos de Mata Atlântica no Brasil. Estudos taxonômicos, baseados na condição nuclear, morfologia da hifa vegetativa e ultra-estrutura do septo dolipórico, revelaram que os isolados pertencem aos gêneros Ceratorhiza e Rhizoctonia. Esse é o primeiro relato do isolamento de fungos micorrízicos associados ao sistema radicular dessas espécies de orquídeas neotropicais. Aspectos relativos à taxonomia e ao uso desses isolados no contexto de um programa de conservação de orquídeas nativas são discutidos.Anthropogenic disturbances have resulted in an increased threat of extinction of many native orchid taxa in Brazil's Atlantic rain forest. In nature, orchids utilize mycorrhizal fungi to initiate seed germination and seedling development, at least in the early stages of their life cycle. Mycorrhizal fungi associated with the roots of orchids have thus been isolated, characterized and stored as important resources for a future conservation program of orchid species through symbiotic seed germination. Three mycorrhizal Rhizoctonia-like fungi were isolated from roots of three neotropical orchid species Gomesa crispa, Campylocentrum organense

  16. Influência da adubação com esterco bovino e inoculação de fungos micorrízicos arbusculares no crescimento de mudas de Carica papaya L. (var. Formosa) Influence of fertilization with bovine manure and inoculation of arbuscular mycorrhizal fungi in the growth of Carica papaya L. 'Formosa' seedlings

    OpenAIRE

    Cláudia Elizabete de Lima Lins; Regina Lúcia Félix de Aguiar; Uided Maaze T Cavalcante; Leonor Costa Maia

    1999-01-01

    Devido ao rápido crescimento do mamoeiro, poucos são os solos que, em condições naturais, podem satisfazer a sua demanda por nutrientes, sendo necessária a aplicação de fertilizantes minerais que favoreçam as plantas no período do transplantio para o campo. Os fungos micorrízicos arbusculares (FMA) são conhecidos por tornarem os seus hospedeiros mais resistentes aos estresses bióticos e abióticos, sendo por isso empregados na produção de mudas de diversas árvores frutíferas. Nesse trabalho ob...

  17. Sobrevivência de fungos fitopatogênicos habitantes do solo, em microcosmo, simulando solarização com prévia incorporação de materiais orgânicos Survival of soilborne plant pathogenic fungi in soil solarization simulation (microcosm associated with the incorporation of organic materials

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Michelle de Queiroz Ambrósio

    2009-02-01

    Full Text Available Os fungos fitopatogênicos habitantes do solo podem sobreviver por vários anos nesse ambiente por meio de estruturas de resistência, causando perdas em muitas culturas, por vezes, inviabilizando o pleno aproveitamento de vastas áreas agrícolas. O uso de materiais orgânicos no solo consorciado com a técnica de solarização propicia a retenção de compostos voláteis fungitóxicos emanados da rápida degradação dos materiais e que são letais a vários fitopatógenos. O objetivo deste experimento foi à prospecção de novos materiais orgânicos que produzissem voláteis fungitóxicos capazes de controlar fungos fitopatogênicos habitantes do solo, em condições de associação com a simulação da técnica de solarização (microcosmo. Portanto, o presente trabalho consistiu de seis tratamentos (Solarizado; Solarizado+Brócolos; Solarizado+Eucalipto; Solarizado+Mamona; Solarizado+Mandioca e Laboratório e cinco períodos (0, 7, 14, 21 e 28 dias para avaliar a sobrevivência de quatro fungos de solo (Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici Raça 2; Macrophomina phaseolina; Rhizoctonia solani AG-4 HGI e Sclerotium rolfsii. Em cada uma das duas câmaras de vidro (microcosmo por dia avaliado continha uma bolsa de náilon contendo as estruturas de resistência de cada fitopatógeno. Estruturas dos fitopatógenos foram mantidas também em condições de laboratório como referencial de controle. Todos os materiais quando associados à simulação da solarização propiciaram o controle de todos os fitopatógenos estudados, entretanto, foi observado variação no controle dos fungos. O tratamento que apenas simulou a solarização não controlou nenhum fitopatógeno.Soilborne phytopathogenic fungi can survive for several years in Laboratory and five periods (0, 7, 14, 21 and 28 days to evaluate soil through resistance structures and it causes losses in several crops the survival of four soil fungi (Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici making

  18. Aspectos ecológicos de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares da mata tropical úmida da Ilha do Cardoso, SP, Brasil Ecological aspects of mycorrhizal vesicular-arbuscular fungi of the tropical humid forest of Cardoso Island, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra F. B Trufem

    1990-12-01

    Full Text Available No período de agosto/1984 a maio/1987, em nove ocasiões, foram coletadas 300 amostras de solo da rizosfera de 35 espécies de plantas nativas da mata tropical úmida do Parque Estadual da Ilha do Cardoso, SP, Brasil, para a investigação da ocorrência de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares (MVA ea obtenção de dados sobre aspectos ecológicos desses microrganismos. Foram verificados 35 taxa de fungos MV A, sete dos quais espécies novas. Os esporos qué ocorreram em maior quantidade foram os de Acaulospora foveata Trappe & Janos, Acaulospora scrobiculata Trappe, Glomus etunicatum Becker & Gerd.. Glomus geosporum (Nicol. & Gerd. Walker, Glomus macrocarpum Tul. & Tul. e Glomus microcarpum Tul. & Tul. As plantas cujas rizosferas apresentaram maior número de esporos de fungos MV A foram as de Blechnum serrulatum L.C. Rich., Euterpe edulis Mart, Neomarica caerulia Sprague, Geonoma elegans Mart, e Piper aduncum L. A maior diversidade de espécies de fugnos MV A ocorreu nas rizosferas de Aphettandra sp., Geonoma elegans Mart e Leandra barbinervis Cogn. Verificouse que houve predominancia de espécies de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares clamidospóricas sobre as azigospóricas, bem como que a quantidade de esporos em urna dada rizosfera está diretamente relacionada com a diversidade. Glomus monosporum Gerd. & Trappe e as espécies de Sclerocystis podem ser apontadas como características do ecossistema estudado, que apresentou a média de 50,04 esporos/ 100g de solo.From August/1984 to May/1987, 300 soil samples were collected from the rhizospheres of 35 species of native plants of Parque Estadual da Ilha do Cardoso, SP, Brazil, in a wet tropical forest, to investigate the occurrence and some ecological aspects of vesicular-arbuscular mycorrhizal (VAM fungi. Thirty five taxa of VA M fungi were reported, seven of them as new species. The most numerous VA M fungal spores belong to Acaulospora foveata Trappe & Janos, Acaulospora

  19. Crescimento e composição mineral da menta em resposta à inoculação com fungos micorrízicos arbusculares e adubação fosfatada Growth and mineral composition of mint in response to arbuscular mycorrhizal fungi inoculation and phosphorus fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Simone M Freitas

    2006-03-01

    Full Text Available Foram avaliados os efeitos de fungos micorrízicos arbusculares (FMA no crescimento e composição mineral de Mentha arvensis L., cultivada com diferentes doses de fósforo. O experimento foi realizado em casa de vegetação e o delineamento estatístico utilizado foi de blocos ao acaso, num fatorial 5x4, sendo cinco tratamentos microbiológicos (controle, Glomus clarum, Glomus etunicatum, Gigaspora margarita e Acaulospora scrobiculata e quatro doses de P (0; 50; 100 e 200 mg kg-1, com quatro repetições. As plantas foram colhidas na fase de floração, aos 65 dias após o plantio. Verificou-se que, na ausência de P, os fungos Glomus clarum e Gigaspora margarita apresentaram maiores percentagens de colonização micorrízica nas raízes e proporcionaram aumentos de 330 e 334% na matéria seca foliar, de 143 e 123% no conteúdo de N, de 224 e 124% no conteúdo de P e de 139 e 142% no conteúdo de K, respectivamente. Os FMA não influenciaram os conteúdos de Ca, Mg, S, Fe e Zn na matéria seca foliar. As doses de P entre 122 e 165 mg kg-1 de solo proporcionaram as maiores produções de matéria seca. Nessas doses, o conteúdo de Mn foi menor quando as plantas foram inoculadas com Glomus clarum, Gigaspora margarita e Glomus etunicatum. A dependência micorrízica da menta variou de acordo com a espécie de fungo e a dose de P utilizada, sendo maior com os fungos Glomus clarum e Gigaspora margarita, na ausência de P.The effects of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF were evaluated on the growth and mineral composition of Mentha arvensis L., grown under different phosphorus levels. The experiment was carried out in a greenhouse, in a factorial scheme 5x4, with five microbiological treatments (control without AMF, Glomus clarum, Glomus etunicatum, Gigaspora margarita and Acaulospora scrobiculata and four P levels (0; 50; 100 and 200 mg kg-1. A randomized block design was used, with four replications. The plants were harvested at flowering, 65 days

  20. Ocorrência de bactérias diazotróficas e fungos micorrízicos arbusculares na cultura da mandioca Occurrence of diazotrophic bacteria and arbuscular mycorrhizal fungi on the cassava crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elcio Liborio Balota

    1999-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a ocorrência, isolar e identificar fungos micorrízicos arbusculares associados à cultura da mandioca (Manihot esculenta. Amostras de solo rizosférico e de várias partes da planta (raízes, tubérculos, manivas e folhas de locais nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, foram inoculadas nos meios LGI-P, NFb-malato e NFb-GOC, avaliando-se o número mais provável de células e a atividade de redução de acetileno. Bactérias diazotróficas foram isoladas de todas as partes da planta, com exceção das folhas, sendo identificadas como Klebsiella sp., Azospirillum lipoferum e uma bactéria denominada "E", provavelmente pertencente ao gênero Burkholderia. A Bactéria E acumulou de 7,63 mg a 14,84 mg de N/g de C em meio semi-sólido, isento de N, e conseguiu manter a capacidade de fixação biológica de N, mesmo após uma dezena de repicagens consecutivas. A colonização micorrízica variou de 31% a 69%, e a densidade de esporos de 10 a 384 esporos/100 mL de solo, predominando as espécies Entrophospora colombiana e Acaulospora scrobiculata no Rio de Janeiro, A. scrobiculata e Scutellospora heterogama no Paraná e em Piracicaba (São Paulo e A. appendicula e S. pellucida em Campinas (São Paulo.This study was performed to evaluate the occurrence and to isolate and identify diazotrophic bacteria and arbuscular mycorrhizal fungi associated with the cassava (Manihot esculenta crop. Samples from rhizospherical soil, roots, tubers, stems and leaves from several localities of the States of Rio de Janeiro, São Paulo and Paraná, in Brazil, were inoculated in three media specific for diazotrophic associative bacteria, LGI-P, NFb-malate and NFb-GOC, evaluating the most probable number of cells and the acetylene-reducing activity. Diazotrophic bacteria were detected in all plant parts except for the leaves, and were identified as Klebsiella sp., Azospirillum lipoferum and a bacterium called "E

  1. Reação de linhagens de feijoeiro ao fungo Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli em condições controladas Reaction of common bean lines to Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli in controlled conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Juliani Zavaglia Pereira

    2011-10-01

    Full Text Available Entre os patógenos que mais contribuem para a redução da produtividade do feijoeiro no Brasil está o Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. O emprego de cultivares resistentes é o controle mais eficaz para esse patógeno. Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de avaliar linhagens de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. do banco de germoplasma da Universidade Federal de Lavras (UFLA, quanto a reação ao Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli e, ao mesmo tempo, estimar os parâmetros genéticos e fenotípicos que possam auxiliar em futuros programas de melhoramento para esse caráter. Foram avaliadas 367 linhagens em dez experimentos. As testemunhas 'Carioca' (suscetível e 'Carioca MG' (resistente foram utilizadas em todos os experimentos. O delineamento utilizado foi inteiramente ao acaso, com cinco repetições e parcelas de uma planta por vaso. As inoculações foram realizadas segundo a metodologia de corte e imersão de raízes na suspensão de esporos do fungo e as avaliações realizadas aos 21 dias após a inoculação com base no índice de severidade da doença empregando-se notas de 1 (plantas sem sintomas a 9 (plantas mortas.Das linhagens do banco de germoplasma da Universidade Federal de Lavras (UFLA avaliadas, 36,5% foram resistentes ao Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. Entre as resistentes, a maioria foi linhagens obtidas antes de 1990. Das 18 linhagens dos experimentos de VCU, do período de 2005/06, apenas quatro foram suscetíveis. A estimativa da herdabilidade (h² foi elevada (h² = 87%, indicando que, a princípio, o caráter é de fácil seleção.Among the pathogens that most contribute for reducing the productivity of beans in Brazil is the Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. The use of resistant cultivars is the most effective control for this pathogen. The aim of this study was to evaluate germoplasm bean (Phaseolus vulgaris L. lines of the Federal University of Lavras (UFLA as the reaction to the Fusarium oxysporum f

  2. Control of bovine gastrointestinal nematode parasites using pellets of the nematode-trapping fungus Monacrosporium thaumasium Controle de nematóides parasitos gastrintestinais de bovinos com pellets do fungo predador de nematóides Monacrosporium thaumasium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jackson Victor de Araújo

    2004-04-01

    Full Text Available The viability of a formulation of the fungus Monacrosporium thaumasium associated with ivermectin was evaluated for the biological control of bovine gastrointestinal nematode parasites. Four groups of five calves each were placed in pastures with a stocking rate of 1.6 animal/hectare. In group 1 (control, the calves did not receive any treatment. In group 2, each animal received 20g of pellets of M. thaumasium orally twice a week during a six-month period that began with the onset of the rainy season (October 23, 2000. In group 3, each animal received 20g of pellets of M. thaumasium orally twice a week during the same period as 2, as well as two strategic treatments with ivermectin (200 mcg/kg on May 10, 2001 and July 5, 2001. In group 4, the animals were treated with ivermectin alone as described for group 3. EPG counts for group 1 were significantly greater (PA viabilidade de uma formulação do fungo Monacrosporium thaumasium associada com ivermectina foi avaliada no controle biológico de nematóides parasitos gastrintestinais de bovinos. Quatro grupos de cinco bezerros foram colocados em pastagens com uma taxa de lotação de 1,6 animal/hectare. No grupo 1 (controle, os bezerros não receberam nenhum tratamento. No grupo 2, cada animal recebeu 20 g de pellets de M. thaumasium, via oral, duas vezes por semana e durante um período de seis meses que começou na estação chuvosa (23 de outubro, 2000. No grupo 3, cada animal recebeu 20g de pellets de M. thaumasium, via oral, duas vezes por semana e durante o mesmo período do grupo 2, assim como dois tratamentos estratégicos com ivermectina (200 mcg/kg em 10 de maio de 2001 e em 5 de julho de 2001. No grupo 4, os animais foram tratados somente com ivermectina como descrito no grupo 3. As contagens de OPG dos animais do grupo 1 foram significativamente maiores (P< 0,01 do que os animais dos grupos 2 e 3 e a diferença no final do experimento foi próxima de 100%. Os OPGs dos animais do grupo 4

  3. Fungos micorrízicos arbusculares como indicadores da recuperação de áreas degradadas no nordeste do Brasil Arbuscular mycorrhizal fungi as indicators of the recovery of degraded areas in northeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Romero Francisco Vieira Carneiro

    2012-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se atributos dos fungos micorrízicos arbusculares (FMAs na região sob desertificação de Gilbués, PI, Brasil, objetivando monitorar áreas sob diferentes níveis de degradação e recuperação do solo. Amostras de solo foram coletadas na camada de 0-0,2 m, durante o período seco de 2009 em quatro áreas pertencentes a um Argissolo, visualmente definidas como: REC - área em recuperação por contenção da erosão e plantio de gramíneas e leguminosas exóticas; DEG- área altamente degradada; IDEG - área moderadamente degradada; MN - área de vegetação nativa. Foram analisados a colonização radicular, o número mais provável de propágulos infectivos (NMP, índices de diversidade (Shannon-Wiener, diversidade e dominância de Simpson, equitabilidade de Pielou e Margalef e os atributos químicos do solo pH, H+Al, fósforo e matéria orgânica, usados como variáveis explicativas da variabilidade de atributos dos FMAs por meio de análises multivariadas. A colonização radicular e o NMP de propágulos foram superiores em REC. Os índices de Shannon-Wiener, dominância de Simpson e Margalef foram menores na área DEG, demonstrando serem bons indicadores de alterações na comunidade de FMAs em áreas degradadas. Pela análise de agrupamento hierárquico, a área DEG teve maior dissimilaridade em relação às demais. Pela análise por componentes principais, os índices de Shannon-Wiener, Margalef, de Simpson, a dominância de Simpson e os teores de fósforo foram os parâmetros que mais explicaram a variância total.Attributes of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF were evaluated in a region in the process of desertification at Gilbués, Piauí, Brazil, with the objective of monitoring areas with different levels of soil degradation and recovery. Soil samples were collected at a depth of 0 to 0.2 m during the dry season of 2009 in four areas of ultisol, which were visually defined as: REC - an area under recovery by erosion

  4. Fungos micorrízicos arbusculares na formação de mudas de cafeeiro, em substratos orgânicos comerciais Arbuscular mycorrhizal fungi on the development of coffee plantlets using different organic substrates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Sales Massafera Tristão

    2006-01-01

    Full Text Available Realizou-se um experimento, em casa de vegetação, em arranjo fatorial 9 x 4, com o objetivo de avaliar o efeito de substratos orgânicos comerciais e inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs no desenvolvimento de mudas de cafeeiro, cultivar 'Catuaí Amarelo', IAC 62. Utilizaram-se substratos à base de fibra de coco (Golden Mix 11, Golden Mix 47 e Golden Mix 80, casca de pinus (Rendmax, Vida Verde com adubação, Vida Verde sem adubação e Terra do Paraíso, solo puro e solo + esterco (70% e 30%,v/v, inoculando-se os FMAs Glomus intraradices, Glomus etunicatum e Gigaspora margarita. Manteve-se um tratamento sem inoculação. Aos 200 dias após transplante avaliaram-se: altura, diâmetro do caule, número de folhas, matéria seca da parte aérea, matéria fresca da raiz, teor de fósforo na parte aérea, colonização radicular, comprimento do micélio externo, atividade da fosfatase ácida e teores de pigmentos fotossintetizantes nas folhas do cafeeiro. Independentemente da micorrização, o melhor crescimento das mudas foi obtido no substrato Vida Verde sem adubação. Os melhores efeitos da micorrização foram constatados nas plantas colonizadas por G. margarita e crescidas nos substratos convencional (solo + esterco e Vida Verde com adubação, nas quais se verificaram mais eficácia na utilização de P, o que reverteu em maior crescimento e produção de biomassa, resultando em maior eficiência simbiótica. No substrato solo + esterco, a micorrização favoreceu a concentração de pigmentos fotossintetizantes e diminuiu a atividade da fosfatase ácida nas folhas do cafeeiro.A greenhouse experiment with an alleatory factorial 9 x 4 scheme was carried out to evaluate the effects of different substrates and species of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on the development of coffee plants, cultivar Catuaí Amarelo, IAC 62. Nine substrates were used: seven commercial organic substrates - four substrates containing composted

  5. Cadmium effect on the association of jackbean (Canavalia ensiformis and arbuscular mycorrhizal fungi Efeito do cadmio na associação de feijão de porco (Canavalia ensiformis e fungos micorrízicos arbusculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Adrián López de Andrade

    2005-08-01

    Full Text Available The effect of cadmium (Cd on mycorrhizal association and on shoot and root Cd concentration was investigated in jackbean plants under hydroponic conditions. The treatments consisted of the inoculation of three different species of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF, Glomus etunicatum, G. intraradices and G. macrocarpum, and a non-inoculated control, two Cd (0 and 5 µmol L-1 and two P (1 and 10 mg L-1 levels in the nutrient solution. Mycorrhizal colonization, length of AMF extraradical mycelium, guaiacol peroxidase activity in roots, plant growth and root and shoot Cd and P concentrations were determined. Mycorrhizal status did not promote jackbean growth but in most of the cases mycorrhization increased root and shoot Cd concentrations. Cd ions were accumulated mainly in roots and only small amounts were translocated to the shoot. Cd addition did not affect root colonization by AMF but the AM extraradical mycelium (ERM was sensitive to the added Cd. ERM length was reduced by 25% in the presence of Cd. This reduction was more pronounced under conditions of low P concentration. Also at this P concentration, Cd addition decreased guaiacol peroxidase activity in non-mycorrhizal roots and in roots colonized by G. macrocarpum. However, mycorrhizal roots maintained lower values of peroxidase activity. G. etunicatum showed the best performance when associated to jackbean plants and it could be a promising association for phytoremediation of Cd- contaminated soil.O efeito do cádmio na associação micorrízica e no teor e acúmulo de Cd na raiz e parte aérea de feijão de porco foi avaliado em condição de hidroponia. Os tratamentos consistiram da inoculação ou não de três espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs, Glomus etunicatum, G. intraradices e G. macrocarpum, e uma testemunha (ausência de FMA, duas concentrações de Cd ( 0 e 5 µmol L-1 e de P (1 e 10 mg L-1 na solução nutritiva. Foram determinados a colonização micorr

  6. Fungos micorrízicos arbusculares (Glomales, Zygomycota na Ilha dos Eucaliptos, Represa do Guarapiranga, São Paulo, SP Arbuscular mycorrhizal fungi (Glomales, Zygomycota from "Ilha dos Eucaliptos", Guarapiranga Reservoir, São Paulo, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone de Paula Gomes

    1998-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de se conhecer a micota de fungos micorrízicos arbusculares (FMA, Glomales, Zygomycota, coletou-se amostras de solo rizosférico de plantas instaladas em três áreas (plantio de eucaliptos, mata e transição entre ambas em três épocas (março/1996, época chuvosa e final de verão; junho/1996, época de inverno; janeiro/1997, início das chuvas e do verão na Ilha dos Eucaliptos (cerca de 323.500m², na Represa do Guarapiranga, São Paulo, SP. O solo foi processado para a separação dos esporos de FMA segundo a técnica do peneiramento e decantação em via úmida, seguindo-se centrifugação em solução de sacarose 50% (V:V. Os esporos isolados foram preparados em lâminas permanentes com resina PVL. Foram constatados 21 táxons de FMA: Acaulospora excávala Ingleby, Walker & Mason, Acaulospora foveata Trappe & Janos, Acaulospora longula Spain & Schenck, Acaulospora mellea Spain & Schenck, Acaulospora morrowiae Spain & Schenck, Acaulospora spinosa Walker & Trappe, Acaulospora sp. 1, Acaulospora sp. 2, Acaulospora sp. 3, Acaulospora sp. 4, Entrophospora colombiana Spain & Schenck, Gigaspora gigantea Nicol. & Gerd., Gigaspora ramisporopfwra Spain, Sieverding & Schenck, Glomus aggregatum (Schenck & Smith Koske, Glomus etunicatum Becker & Gerd., Glomus geosporum (Nicol. & Gerd. Walker, Glomus invennayum Hall, Glomus macrocarpum Tul. & Tui., Glomus multisubstensum Mukerjii, Bhattacharjee & Tewari, Scutellospora aff. biornata Spain, Sieverding & Toro e Scutellospora erythropa Koske & Walker. A aplicação do índice de similaridade de Sõrensen entre populações de FMA nas diferentes áreas e as épocas de coletas mostrou valores de 64 a 90%, sugerindo não haver seleção dos FMA mediada por esses fatores.With the aim of verifying the occurence of arbuscular mycorrhizal fungi AMF, Glomales, Zygomycota, rhizosphere soil samples were collected in three areas (eucaliptus reforestation, forest and intersection and on three

  7. Arbuscular mycorrhizal fungal communities in native and in replanted Araucaria forest Comunidades de fungos micorrízicos arbusculares em floresta nativa e replantada de Araucária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milene Moreira

    2009-10-01

    Full Text Available Araucaria angustifolia is an important Brazilian conifer, but it is endangered of extinction due to excessive logging. The objective of the present case study was to survey data on the diversity of AMF in Araucaria angustifolia forests, and to learn whether it is possible to discriminate between the AMF communities associated with natural, introduced, and impacted-by-anthropogenic-action ecosystems. Three ecosystems representative of the Campos do Jordão (São Paulo State, Brazil region were selected, as follows: (i a native climax forest, with predominance of Araucaria trees, without anthropogenic interference (NF, (ii Araucaria forest introduced in 1959 (RE, and (iii Araucaria forest introduced in 1958, submitted to accidental fire in July 2001 (RF. Sampling of rhizosphere soil was performed at a 0-20 cm depth around each Araucaria tree, and 2 m from the trunk, in the months of May and October, 2002. AMF spores were separated from the soil, counted, and taxonomically identified, while the roots were evaluated for mycorrhizal colonization. The ecological indices R (Richness, Is (Simpson's dominance index and H (Shannon's diversity index were calculated. All the data were submitted to univariate (two-way ANOVA and correspondence analysis (CA. Considering both samplings and the three areas, twenty-six AMF species were found, distributed among five genera, Acaulospora and Glomus being the most frequent ones. There were no differences among the three areas for R, Is, and H. CA demonstrated that there is a spatial separation among the three areas, and the AMF that preferentially associated with each area.A Araucaria angustifolia é uma importante conífera brasileira, mas encontra-se ameaçada de extinção. Levantaram-se dados sobre a diversidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs em florestas de Araucaria angustifolia, visando a discriminar entre as comunidades de FMAs associadas com ecossistemas natural, implantado e impactado pela a

  8. Biodiversity and distribution of arbuscular mycorrhizal fungi in Araucaria angustifolia forest Biodiversidade e distribuição de fungos micorrízicos arbusculares em floresta de Araucaria angustifolia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milene Moreira

    2007-08-01

    Full Text Available Araucaria angustifolia (Bert. O. Ktze. is an endangered Brazilian coniferous tree that has been almost exterminated in the native areas because of uncontrolled wood exploitation. This tree has been shown to be highly dependent on arbuscular mycorrhizal fungi (AMF and, therefore, AMF may be essential for forest sustainability and biological diversity. Root colonization, density and diversity of AMF spores were assessed in two Araucaria forest stands at the State Park of Alto Ribeira (PETAR, at two sampling dates: May and October. A comparison was made between a mature native stand composed of Araucaria trees mixed into a variety of tropical trees and shrubs, without any sign of anthropogenic interference (FN and an Araucaria stand planted in 1987 (R, which has been used as a pasture. Assessments included percent root colonization, AMF spore numbers and species richness, Simpson's dominance index (Is, and Shannon's diversity index (H. Mycorrhizal root colonization did not differ between ecosystems in May. In October, however, the native stand (FN presented a higher colonization than the planted forest (R, and the root colonization was more intense than in May. When considering both sampling periods and forests, 27 species of AM fungi, with higher numbers of spores in FN than in R were found. Canonical discriminant analysis (CDA indicated Shannon's diversity index as the ecological attribute that contributed the most to distinguish between forest ecosystems, with higher value of H in FN in relation to R. CDA showed to be a useful tool for the study of ecological attributes.O pinheiro brasileiro, Araucaria angustifolia (Bert. O. Ktze é uma espécie arbórea ameaçada de extinção, quase exterminada pela exploração descontrolada de madeira. Essa espécie demonstra alta dependência de fungos micorrízicos arbusculares (FMA, de grande importância para a estabilidade do ecossistema e manutenção da biodiversidade. Avaliou-se a coloniza

  9. Fungos micorrízicos arbusculares em sistema de aléias no Estado do Maranhão, Brasil Arbuscular mycorrhizal fungi in an alley cropping system in the state of Maranhão, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Pinheiro Nobre

    2010-12-01

    Full Text Available Sistemas em aléias podem consistir numa solução para o uso da terra em regiões do Trópico Úmido. A relação dessa forma de manejo com a dinâmica dos fungos micorrízicos arbusculares (FMA ainda é pouco compreendida. O objetivo desse estudo foi verificar a influência de leguminosas arbóreas em um sistema em aléias na capacidade infectiva e diversidade de FMA nativos em São Luís, Maranhão. Amostras de solo coletadas do sistema em aléias no campus experimental da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA - São Luís, em duas épocas do ano (Julho/2006 e Abril/2007, a duas distâncias (0 m e 0,5 m do tronco de três leguminosas (Leucaena leucocephala, Clitoria fairchildiana e Acacia mangium e em área testemunha (sem leguminosas na profundidade de 0 - 20 cm. O solo coletado foi utilizado para avaliar a capacidade infectiva dos FMA nativos, densidade e identificação de glomerosporos. O sistema em aléias aumenta o potencial de infectividade dos FMA nativos dependendo da espécie de leguminosa arbórea associada, estação de coleta e proximidades das árvores. Dezesseis espécies de FMA foram encontradas na área distribuídas em cinco gêneros, sendo Scutellospora o mais representativo.Alley cropping systems may be a solution for land use in tropical regions. How land use is connected to mycorrhizal arbuscular fungi (AMF is poorly understood, especially in the tropics. The aim of this study was to evaluate the influence of leguminous trees in an alley cropping system in regard to the infectivity and diversity of native AMF species in São Luís, Maranhão, Brazil. Soil samples were collected in an experimental area of the Universidade Estadual do Maranhão (UEMA - São Luís, in two seasons (July/2006 and April/2007, two distances (0 m and 0.5 m from the trunk of three leguminous trees (Leucaena leucocephala, Clitoria fairchildiana e Acacia mangium, and in a control area 0-20 cm deep. Soil samples were used to evaluate the

  10. Efeitos da quitosana no desenvolvimento in vitro de videiras cv. merlot e no crescimento micelial do fungo Elsinoe ampelina Effects of the chitosan on the development of grapevines cv. Merlot and on the mycelial growth of the fungus Elsinoe ampelina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline José Maia

    2010-12-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o efeito da quitosana no desenvolvimento in vitro de plântulas de videira cv. Merlot e sua atividade antifúngica sobre Elsinoe ampelina. No primeiro experimento, explantes da cultivar Merlot foram transferidos para meio de cultura DSD1, acrescido das concentrações 0; 25; 50,100; 150 e 200 mg L-1 de quitosana. Após 90 dias de cultivo in vitro, as plântulas foram avaliadas quanto ao número de raízes e de folhas, porcentagem de enraizamento e brotação, comprimento de raízes e de parte aérea, massa fresca da planta. No segundo experimento, incorporou-se às concentrações 0, 60, 120, 180, 240 e 300 mg L-1 de quitosana ao meio BDA, onde inoculou-se o fungo. Posteriormente, avaliou-se o crescimento micelial aos 6 e 9 dias de incubação a 25º C no escuro. No primeiro experimento para as variáveis comprimento médio da parte aérea, massa fresca da planta inteira, porcentagem de enraizamento e porcentagem de estacas brotadas houve decréscimo linear em função das concentrações de quitosana. No segundo experimento, houve efeito linear negativo em função das concentrações crescentes de quitosana, sendo que a inibição do crescimento micelial foi de 81,7%, demonstrando o grande potencial do uso de quitosana no controle da antracnose da videira.The objective of this research was to evaluate the effects of the chitosan on the development in vitro plantlets of grapevines cv. Merlot and its antifungal action on Elsinoe ampelina. In the first trial, explants of the grapevine cv. Merlot were transferred to growing medium DSD1 plus concentrations of 0; 25; 50; 100; 150 and 200 mg L-1 of the product. After 90 days of in vitro cultivation the plantlets were evaluated for root and leaf number, root and shoot length and fresh mass of roots and shoots. In the second experiment, doses of 0; 60; 120; 180; 240 and 300 mg L-1 were incorporated to the BDA media, where the fungus was inoculated. The mycelial

  11. Biomassa, atividade microbiana e fungos micorrízicos em solo de "landfarming" de resíduos petroquímicos Biomass, microbial activity and mycorrhizal fungi in landfarming soil of petrochemical wastes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra M. de Paula

    2006-06-01

    Full Text Available Avaliaram-se, no presente trabalho, a biomassa microbiana, atividade heterotrófica e a ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs de um solo de área de "landfarming" de resíduo petroquímico durante 15 anos. Realizaram-se análises laboratoriais e ensaios em casa de vegetação para avaliar as condições biológicas do solo e o efeito da inoculação com FMAs (Glomus clarum e Paraglomus occultum no crescimento de seis espécies vegetais com potencial para estabelecimento nesses solos. A biomassa microbiana e os indicadores de atividade bioquímica (respiração basal, respiração induzida por substrato e qCO2 apresentaram-se em valores típicos de solos não contaminados, exceto para o qCO2, que foram bem elevados. Esses resultados indicam a presença de comunidades microbianas ativas mas se verificou baixa atividade das enzimas b-glicosidase, fosfatase ácida e urease, indicando interferências nos processos bioquímicos do solo o que poderá comprometer sua capacidade de transformar os resíduos. Verificou-se também a ocorrência abundante de FMAs em plantas espontâneas ou introduzidas. Foi notória a resposta positiva da inoculação com FMAs sobre o crescimento da alfafa, braquiária e sorgo, porém sem influência no crescimento do capim-elefante. Esses resultados apontam a existência de populações microbianas tolerantes aos componentes tóxicos dos resíduos petroquímicos aplicados continuamente ao solo estudado.In the present study the microbial biomass, heterotrophic activity and the occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF were evaluated in soil samples from a landfarming area that has been used for petrochemical waste treatment for the last fifteen years. Laboratory analysis and greenhouse assays were conducted in order to evaluate soil biological conditions and the effects of inoculation with AMF (Glomus clarum and Paraglomus occultum on growth of six plant species with potential to establish in soil

  12. Fungi associated to bark lesions of Eucalyptus globulus stems in plantations from Uruguay Fungos asociados as lesões da casca do caule de Eucalyptus globulus em plantações no uruguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Alonso

    2009-08-01

    Full Text Available Trees with stem bark lesions are frequently observed in Eucalyptus globulus Labill. plantations, particularly in the central west region of Uruguay. These lesions constitute a problem for trunk decortications at harvest and they also facilitate the access of fungi that could cause wood decay. Seven, three and oneyear-old plantations, located at three sites in close proximity were selected. Four types of trunk lesions were present in trees regardless the age of plantation and more than one type was found in each plantation. The aim of this study was to investigate the fungal composition associated with these lesions and compare them to healthy tissues and try to find out the origin of these symptoms. Another purpose was to elucidate the real role of the fungi considered pathogens by means of experimental inoculations. Segments from lesions and healthy tissues yielded 897 fungal isolates belonging to 32 taxa, 681 isolates from bark lesions and 216 from healthy tissues. Both healthy and symptomatic tissues showed similar fungal species composition, but with differences in frequencies of colonization. Cytospora eucalypticola Van der Westhuizen, Botryosphaeria spp., Pestalotiopsis guepinii (Desm. Stey. and Penicillium spp. were the dominant species isolated. As symptoms were not reproduced after experimental inoculation with Botryosphaeria ribis Grossenb. & Duggar and B. eucalyptorum Crous, & M.J. Wingf, it could be suggested that these lesions were originated by unfavorable environmental conditions. The frost that occurred for several days out of season and flooding may have been involved in the development of bark lesion.As lesões na casca de Eucalyptus globulus Labill. são frequentemente observadas nas plantações da Região Centro-Oeste do Uruguai. Constituem problema para o descortiçamento na colheita e, além disso, facilita a penetraçao de fungos apodrecedores da madeira. Selecionaram-se plantações com 1, 3 e 7 anos de idade, em tr

  13. Interação entre fungos micorrízicos arbusculares e fósforo no desenvolvimento da algaroba [Prosopis juliflora (Sw DC] Interaction between arbuscular mycorrhizal fungi and phosphorus on growth of Prosopis juliflora (Sw DC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Lúcia Félix de Aguiar

    2004-08-01

    Full Text Available Acompanhou-se, durante 100 dias, o desenvolvimento de mudas de algaroba (Prosopis juliflora (Sw DC em relação à presença ou ausência de fungos micorrízicos arbusculares (FMA, nativos ou introduzidos, combinada com adição ou não de fósforo ao solo. Foi usado solo Podzólico Vermelho-Amarelo com pH ácido (4,7 e 2 mg.dm-3 de solo de P extraível por resina. O experimento teve delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial com duas condições de solo (esterilizado ou não, três níveis de fósforo (acréscimo de 0, 50 e 100 kg de P.ha-1 e duas condições de inoculação (inoculado ou não, com quatro repetições. No solo não esterilizado, apenas o diâmetro do colo respondeu à inoculação com esporos de FMA, quando foi usada a dose P100; o aumento de altura, número de folhas e massa seca foi possivelmente devido à adição de fósforo ao solo. No solo esterilizado, a inoculação resultou no aumento de altura, número de folhas, diâmetro de colo e massa seca das mudas na presença ou na ausência de P (P0 e P50, em relação àquelas no solo não-inoculado. Com o aumento da dose de fósforo (P100, os benefícios da inoculação não foram mais verificados, sendo a colonização e a produção de esporos favorecidas pela adição de P ao solo. Prosopis juliflora foi considerada micotrófica facultativa, pois respondeu tanto à inoculação com FMA quanto à adição de fósforo.The effect of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF and addition of phosphorus on seedling growth of Prosopis juliflora in sterilized and unsterilized soils was followed during 100 days. A red-yellow podzolic soil, pH of 4.7 and 2 mg Pdm-3, was used. The experiment was carried in a completely randomized design, with four replicates, and factorial arrangement of 2 soil conditions (sterilized and unsterilized × 3 P levels (0, 50 and 100 kg P.ha-1 × 2 mycorrhizal treatments (with and without AMF. In unsterilized soil, only the collar diameter

  14. Fungos micorrízicos arbusculares em estéril revegetado com Acacia mangium, após mineração de bauxita Colonization of arbuscular mycorrhizae fungi in substrate, after bauxite mining, vegetated with Acacia mangium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lucy Caproni

    2005-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição das comunidades de FMAs em áreas revegetadas com Acacia mangium após a mineração de bauxita na região de Porto Trombetas, PA. Foram coletadas amostras de solo compostas nos períodos seco e chuvoso, em áreas revegetadas com Acacia mangium, que receberam inóculos de Glomus clarum e Gigaspora margarita, com 1 e 5 anos de idade. Os solos foram revegetados sem a reposição do horizonte superficial orgânico. Os esporos dos fungos micorrízicos arbusculares (FMAs foram extraídos e identificados através de suas características morfológicas. Analisou-se a densidade de esporos e de espécies em cada amostra, a densidade relativa e a freqüência de ocorrência de cada espécie por período de amostragem, além do índice de abundância e freqüência (IAF. Sob o plantio de mudas de A. mangium, a densidade de esporos de FMAs foi elevada e aumentou com a idade, enquanto o número de espécies não variou. Glomus clarum produz alta densidade de esporos na fase inicial do plantio e declina com o tempo, e Gigaspora margarita não esporula nas condições edafoclimáticas locais. A maioria das espécies de FMA não apresenta o mesmo padrão de esporulação nos períodos seco e chuvoso.The objective of this work was to monitor the establishment of Gigaspora margarita and Glomus clarum in reclaimed areas after the bauxite mining in Porto Trombetas, PA, Brazil. Soil samples were collected during the dry and rainy periods under one and five-year-old Acacia mangium trees grown from seedlings that had been inoculated with Glomus clarum and Gigaspora margarita. The exposed subsoil was managed without replacing the organic soil layer. FMA spores were extracted and identified through their morphologic characteristics. Spore density and frequency of each species were determined in each sampling The index of abundance and frequency (IAF were estimated for all samples. Under A. mangium the arbuscular

  15. Entomopathogenic fungi isolates to control the borer of yerba mate (Hedypathes betulinus Kluger (Coleoptera; CerambycidaeIsolados de fungos entomopatogênicos visando ao controle da broca da erva-mate (Hedypathes betulinus Kluger (Coleoptera; Cerambycidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Pereira Fanti

    2013-09-01

    Full Text Available Yerba mate is an important crop of southern Brazil, Argentina and Paraguay, with socio-economic and environmental importance. Due the lack of native herbals, yerba mate has become a monoculture, and as a consequence, insects have become pests, and the borer, Hedypathes betulinus, one of the most important. In order to improve biological control in the crop, this work aims to select in laboratory the most virulent, of 32 isolates of the entomopathogenic fungi Beauveria bassiana (Bals. Vuill. and 18 isolates of Metarhizium anisopliae (Metsch. Sorok. Initially, isolates virolence was evaluated by immersing the adults borers in a fungal suspension, containing 1×108 conidia mL-1, and after, those caused highest confirmed mortality were selected for the second step, wherein it was evaluated the virulence, vegetative growth and conidia production in culture medium, rice and borer bodies. Three isolates of B. bassiana (UNIOESTE 4, UNIOESTE 52 and UNIOESTE 64 and one of M. anisopliae (IBCB 352 reached confirmed mortality equal or superior to 90%, these isolates were selected for the second step, together with the standard isolated GC 716 (B. bassiana. The isolated IBCB 352 of M. anisopliae, despite being the only of this species to be selected for the second step, promoted the high confirmed mortality and conidiogenesis in adults borer, indicating a high inoculums production i, being nominated for field evaluations. A erva-mate é uma cultura importante da região sul do Brasil, Argentina e Paraguai, tendo grande importância sócio-econômica e ambiental. Com a escassez de ervais nativos, a cultura da erva-mate passou a ser cultivada em sistema de monocultivo e como consequência, alguns insetos tornaram-se pragas, sendo a broca, Hedypathes betulinus, muito importante. A fim de incrementar o controle biológico na cultura, o objetivo deste trabalho foi selecionar em laboratório os isolados mais virulentos de 32 isolados do fungo entomopatog

  16. Inoculação de fungos micorrízicos arbusculares em porta-enxerto de pessegueiro cv Okinawa Inoculation of arbuscular mycorrhizal fungi in peach rootstock cv Okinawa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luis da Silva Nunes

    2008-12-01

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo avaliar a influência da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA sobre o crescimento vegetativo, conteúdo de macronutrientes e de substâncias de reserva de plantas do porta-enxerto de pessegueiro cv Okinawa. O experimento foi realizado em telado, e o delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com 20 plantas por parcela e quatro repetições. Foram testadas três espécies de FMA (Acaulospora sp., Glomus clarum e Glomus etunicatum e um tratamento-testemunha, não-inoculado. A altura, o diâmetro, a área foliar, as biomassas fresca e seca, o conteúdo de macronutrientes e de substâncias de reserva foram avaliados aos 360 dias após a semeadura. Todas as plantas inoculadas com FMA apresentaram maior altura e diâmetro, quando comparadas à testemunha, sendo que Acaulospora sp. promoveu as melhores respostas. Glomus clarum e Glomus etunicatum induziram um crescimento intermediário às plantas. Os FMAs proporcionaram aumento na absorção de nitrogênio, fósforo e potássio, associados à maior altura, diâmetro do colo, área foliar, biomassa fresca e seca da parte aérea e seca das raízes, quando comparadas à testemunha. Todas as plantas inoculadas com FMA tiveram altas taxas de colonização, acima de 90%, sendo que Acaulospora sp. colonizou mais intensamente o sistema radicular das plantas.The present study aimed to evaluate the influence of the arbuscular mycorrhizal fungi (AMF inoculation on the vegetative growth, macronutrients and carbohydrate contents in rootstock plants of peach 'Okinawa'. The experiment was realized at greenhouse conditions and a randomized block design was applied, with 20 plants per plot and four repetitions. Three AMF species (Acaulospora sp., Glomus clarum e Glomus etunicatum and non-inoculated treatment were tested. The stem height and diameter, foliage area, fresh and dry biomass, macronutrients and carbohydrate contents were evaluated

  17. Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares sobre o crescimento do porta-enxerto de pessegueiro 'aldrighi Efficiency of arbuscular mycorrhizal fungi on growth of 'aldrighi' peach tree rootstock

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luis da Silva Nunes

    2009-01-01

    Full Text Available Este trabalho visou avaliar a eficiência de diferentes espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs sobre o crescimento vegetativo e o conteúdo de nutrientes de plantas do porta-enxerto de pessegueiro (Prunus persica cv. Aldrighi. O experimento foi realizado no município de Eldorado do Sul (RS, entre 2004 e 2005. Foram utilizados quatro tratamentos de inoculação de estirpes de FMAs (Acaulospora sp. Trappe, Glomus clarum Nicol. & Schenck, Glomus etunicatum Becker & Gerd e Scutellospora heterogama Nicol. & Gerd. e um tratamento testemunha, sem inoculação. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com 20 plantas por parcela e quatro repetições. A altura das plantas, o diâmetro do colo, a área foliar, as biomassas fresca e seca, o conteúdo em nutrientes e em substâncias da parte aérea e das raízes e a colonização das raízes foram avaliados aos 180 dias após a semeadura. O uso das espécies de FMAs beneficia o desenvolvimento de plantas do porta-enxerto cv. Aldrighi, e a eficiência da simbiose planta-FMAs é variável com a espécie de FMAs inoculada. As plantas submetidas à inoculação com S. heterogama e G. etunicatum destacaram-se das demais, com maior crescimento vegetativo e maiores teores de nitrogênio, fósforo e potássio nos tecidos.This work aimed to evaluate the eficiency of four species of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on the vegetative growth and the nutrient contents of peach tree rootstocks (Prunus persica cv. Aldrighi. The experiment was conducted at the Estação Experimental Agronômica (EEA of the Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, Eldorado do Sul, RS, during 2004 and 2005. Four treatments of AMF inoculation strains (Acaulospora sp. Trappe, Glomus clarum Nicol. & Schenck, Glomus etunicatum Becker & Gerd e Scutellospora heterogama Nicol. & Gerd. and one with non-inoculated plants were used. A randomized block design was used, with 20 plants per plot and four

  18. Comunidades de fungos micorrízicos arbusculares associados ao amendoim forrageiro em pastagens consorciadas no Estado do Acre, Brasil Communities of arbuscular mycorrhizal fungi associated with peanut forage in mixed pastures in the state of Acre, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elias Melo de Miranda

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar e estimar a diversidade de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs autóctones associados ao amendoim forrageiro (Arachis pintoi, em monocultivo e consorciado com outras forrageiras. A amostragem foi realizada em sete áreas, em Rio Branco, AC, sendo coletadas quatro amostras de solo em cada área, na profundidade de 0-10 cm, nas estações seca (junho de 2004 e chuvosa (janeiro de 2005. As áreas cultivadas com A. pintoi foram: monocultivo, consórcio com pastagens de gramíneas e outras leguminosas e como cobertura do solo em cafeeiro, além de capoeira e mata adjacentes como testemunhas. Foi verificada a ocorrência de 21 espécies de FMAs nas duas estações, sendo 18 espécies no período seco e 16 no chuvoso. As espécies foram distribuídas em cinco gêneros: Acaulospora, Entrophospora, Gigaspora, Glomus e Scutellospora. A densidade de esporos foi maior no consórcio A. pintoi x Brachiaria brizantha x Pueraria phaseoloides e a menor nas áreas de A. pintoi x cafeeiro, capoeira e mata. As colonizações radiculares foram maiores na estação chuvosa (15 a 63% do que na estação seca (5 a 37%. Os índices de diversidade no monocultivo foram semelhantes aos das demais áreas avaliadas, indicando que o amendoim serve como hospedeiro de diferentes espécies de FMAs e que o seu cultivo pode aumentar a presença desses organismos nos sistemas produtivos, melhorando a qualidade biológica do solo.The purpose of this study was to identify the autochthonous communities of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF associated with Arachis pintoi and estimate its diversity. Samples of soil were collected in a Field at Rio Branco, AC. The sampling was carried out in seven areas, being collected four samples from soil in each area, in a depth of 0-10cm, in dry season (June 2004 and rainy season (January 2005. The areas cultivated with A. pintoi were: monoculture, grass pasture and others legumes

  19. Diseases of herbs from Apiaceae family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ewa Dorota Zalewska

    2013-04-01

    Full Text Available The largest participation in causing the disease of herbal plants have fungi. Studies on their occurrence on plants of the family Apiaceae are conducted in the Lublin region since 2001. The observations of plant healthiness are carried out directly on the plantations. Plants with symptoms of disease are studied in the laboratory. Identification of the fungi is performed based on etiological symptoms and on the base of fungal cultures isolated from plants. Among the many species of fungi obtained from diseased plants to the particularly harmful belong: Septoria carvi, Colletotrichum gloeosporioidesand C. dematium, Sclerotinia sclerotiorum, Passalora puncta(Cercosporidium punctum and Erysiphe umbelliferarum.

  20. Advance in the biological handling of pathogen forming sclerocios

    International Nuclear Information System (INIS)

    Avila de Moreno, L.C.E.; Velandia Mosalve, J.

    1995-01-01

    Field rehearsals in the Center of Investigations Tibaitata allowed to determine that the mushrooms Trichoderma sp., Trichogramma search. Konigui No.1, Trichoderma search Konigui No.2 and Gliocladium sp. They have antagonistic effects against Rhizoctonia solani, that which showed in low percentages of tubers affected by R. solani, when the soil was treated with the mentioned mushrooms. In the control of Sclerotinia sclerotiorum, it was determined that Trichoderma barzianum should be applied in the moment in that it is presented more than 3 days of continuous humidity in the soil; lower these conditions 14.3 percent of plants it was only observed affected by the pathogen

  1. New record of Phytophthora root and stem rot of Lavandula angustifolia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leszek B. Orlikowski

    2013-12-01

    Full Text Available Phytophthora cinnamomi was isolated from rotted root and stem parts of lavender as well as from soil taken from containers with diseased plants. Additionally Botrytis cinerea, Fusarium spp. and Sclerotinia sclerotiorum were often isolated from diseased tissues. P. cinnamomi colonised leaves and stem parts of 4 lavender species in laboratory trials and caused stem rot of plants in greenhouse experiments. Cardinal temperature for in vitro growth were about 7,5 and 32°C with optimum 25-27,5°C. The species colonised stem tissues at temperature ranged from 10° to 32°C.

  2. Synthesis, crystal structure and biological activity of n-(5-(o-tolyl)-1, 3, 4-thiadiazol-2-yl)cyclopropanecarboxamide

    International Nuclear Information System (INIS)

    Tong, J.Y.; Sun, N.B.; Wu, H.K.

    2013-01-01

    A new 1, 3, 4-thiadiazole compound, N-(5-(o-tolyl)-1,3,4-thiadiazol-2-yl) cyclopropanecarboxamide, was synthesized and its structure was confirmed by 1H NMR, MS and HRMS. The single crystal structure of the title compound was determined by X-ray diffraction. The preliminary biological test showed that the synthesized compound has moderate herbicidal activity against Brassica campestris and fungicidal activities against Sclerotinia sclerotiorum(Lib.) de Bary, Rhizoctonia solanii, Fusarium oxysporum, Corynespora cassiicola, and Botrytis cinerea. (author)

  3. Patogenic fungi associated with blue lupine seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bogdan Nowicki

    2013-12-01

    Full Text Available Over 10% ofseeds harvested in 1991 and 1992 (50 samples, 400 seeds in each sample proved to be infested with various fungi. Fusarium spp. and Botrytis cinerea were the most common pathogens isolated. Fusarium avenaceum was the most common and highIy pathogenic species. Fusarium semitectum and F. tricinctum were highly pathogenic to lupin seedlings but they were the least common Fusarium isolated from seeds. Similarily, Sclerotinia sclerotiorum was isolated only from 0,2% seeds tested but this fungus was highly pathogenic to lupin seedlings. Some other fungi know as lupin pathogens (F. oxysporum, Stemphylium botryosum, Pleiochaeta setosa and Phomopsis leptostromiformis were also noted in tested seeds.

  4. Doenças da mandioquinha-salsa e sua situação atual no Brasil Present situation of arracacha (Arracacia xanthorrhiza diseases in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilmar P. Henz

    2002-06-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo principal relatar as doenças registradas para a mandioquinha-salsa até a data presente e descrever sua situação atual no País. Na literatura, foram registrados para a cultura 27 gêneros de fungos, três de bactérias, doze de nematóides e cinco espécies de vírus. Destes, já foram relatados no Brasil treze fungos, e todos nematóides e bactérias, enquanto nenhum vírus foi oficialmente registrado, embora já tenham sido observadas plantas com sintomas típicos de viroses a campo. A maior parte dos registros estão na forma de resumos, capítulos de livros ou publicações genéricas, desprovidos de uma série de dados relevantes, como provas de patogenicidade, importância da doença, perdas, identificação mais acurada, entre outras. A cultura da mandioquinha-salsa ainda é tida como rústica, sendo poucas as doenças consideradas limitantes. O nematóide das galhas (Meloidogyne spp. e a podridão-mole pós-colheita causada por Erwinia spp. são os principais problemas atualmente, e causam perdas significativas. Também ocorrem com muita frequência manchas foliares causadas por Septoria, Cercospora e Xanthomonas campestris pv. arracaciae, e em algumas regiões podridão de plantas a campo causadas por Sclerotinia sclerotiorum e Sclerotium rolfsii. Como não existe nenhum produto químico oficialmente registrado para a mandioquinha-salsa no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as medidas de controle passíveis de recomendação incluem ações preventivas, como o uso de material propagativo sadio (preferencialmente mudas pré-enraizadas de origem conhecida, a adoção de rotação de culturas, a eliminação de plantas ou partes doentes, e a adubação e a irrigação adequadas. O estudo sistematizado das doenças e o registro cuidadoso de surtos ou novas enfermidades para a cultura são importantes para subsidiar futuras medidas de controle.The diseases of arracacha that have already

  5. Produção de mudas do tipo rebentão, utilizando coroas de três cultivares de abacaxi inoculadas com fungos micorrízicos Production of seedlings type suckers, using crowns of three cultivars of pineapple inoculated with mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar dos Santos

    2011-09-01

    Full Text Available Um dos principais gargalos para o desenvolvimento da abacaxicultura no Brasil tem sido a ausência tanto de mudas em quantidade quanto em qualidade, para propagação. Entre as alternativas, verifica-se a obtenção de mudas a partir da brotação de gemas de coroas dos frutos, que são, normalmente, descartadas pelo consumidor. Além disso, a utilização de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs pode ser uma alternativa para melhorar a produção das mudas, visto que estes fungos podem abreviar o tempo de formação de mudas de diversas frutíferas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de mudas do tipo rebentão, através do método de destruição do meristema apical da coroa de cultivares do abacaxizeiro inoculadas com FMAs. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, num fatorial 3x3, com três cultivares de abacaxi ('Smooth Cayenne', 'Pérola' e 'Jupi' e três tratamentos microbiológicos (Sem inoculação, inoculação com Glomus etunicatum e inoculação com uma mistura dos fungos Glomus clarum e Gigaspora margarita, com quatro repetições. As primeiras emissões foram registradas aos 30; 60 e 90 dias após o plantio para as cultivares 'Smooth Cayenne', 'Pérola' e 'Jupi', respectivamente. O abacaxizeiro 'Smooth Cayenne' produziu 80 e 69% de mudas a mais do que as cultivares 'Pérola' e 'Jupi', respectivamente. Coroas de abacaxi inoculadas com a mistura de fungos micorrízicos apresentaram maior número de emissão de brotações quando comparadas com aquelas inoculadas apenas com G. etunicatum. Nas avaliações nutricionais das coroas, a inoculação com a mistura de dois fungos micorrizicos promoveu, em folhas da coroa do abacaxizeiro, incrementos de 85 e 66% nos teores de P; de 22 e 13% para os de N, e de 6 e 19% para os de K, em relação aos tratamentos G. etunicatum e sem inoculação, respectivamente. Conclui-se que a produção de rebentos oriundos de coroas cuja gema principal foi decapitada é uma

  6. Uso de vermicomposto favorece o crescimento de mudas de gravioleira (Annona muricata L. 'Morada' associadas a fungos micorrízicos arbusculares Use of earthworm manure improves growth of soursop seedlings (Annona muricata L. 'Morada' associated with arbuscular mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Karla Alves da Silva

    2008-09-01

    Full Text Available A gravioleira, cujos frutos apresentam elevado potencial para exportação, é de fácil adaptação ao Semi-Árido nordestino, e a sua produção, economicamente importante, vem sendo estimulada. O uso de adubos orgânicos associados à inoculação com fungos micorrízicos arbusculares (FMA pode ser útil na formação de mudas frutíferas, porém o efeito da adição de adubo na simbiose com gravioleira (Annona muricata L. 'Morada' não é conhecido. Foi investigado o efeito de FMA multiplicado em substrato com resíduo orgânico na formação de mudas de gravioleira mantidas em substratos com fertilizante. O delineamento foi inteiramente casualizado, em fatorial de 2×5: 2 substratos (solo sem ou com 10% de vermicomposto e cinco tratamentos de inoculação (Acaulospora longula Spain & Schenck e Gigaspora albida Schenck & Smith produzidos em substratos com ou sem resíduo orgânico e controle não inoculado, com quatro repetições. Após 102 dias, avaliou-se: massa seca da parte aérea e radicular, altura, diâmetro do caule, taxa de crescimento, produção de esporos de FMA e de glomalina, atividade enzimática do solo, respiração microbiana, colonização micorrízica total, arbuscular e hifálica. Em geral, a inoculação com FMA estimulou o crescimento, mas no tratamento adubado as mudas em simbiose com G. albida não foram beneficiadas pela associação. O uso de vermicomposto estimulou a colonização micorrízica, a respiração microbiana, a atividade enzimática e a produção de glomalina no solo, porém reduziu a esporulação de A. longula. A utilização de FMA e vermicomposto pode constituir alternativa na produção de mudas de gravioleira, pois reduziu à metade o tempo de formação das mudas e pode reduzir em 75% a dose de adubo a ser aplicada. No entanto, a escolha de FMA compatíveis com o hospedeiro é indispensável para garantir respostas positivas. A aplicação conjunta de FMA e adubo orgânico também pode

  7. PHOSPHATE AND INOCULATION WITH ARBUSCULAR MYCORRHIZAL FUNGI ON THE GROWTH OF Cecropia pachystachya (Trec SEEDLINGS FÓSFORO E INOCULAÇÃO COM FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES NO ESTABELECIMENTO DE MUDAS DE EMBAÚBA (Cecropia pachystachya Trec

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Carbone Carneiro

    2007-09-01

    Full Text Available

    The objective of this study was to evaluate the effect of the inoculation with arbuscular mycorrhizal fungi (FMA in different levels of P2O5 on the growth of Cecropia pachystachya seedlings in the field. The study consisted of a 5x2 factorial with five levels of P2O5 (zero, 85, 170, 255 and 340 mg.kg-1, with and ithout inoculation with a mixture of FMA. It was used four replications, each one with twelve seedlings. The seeds were sowed in plastic tubes with capacity of 50 cm3 of substratum and stored for 120 days. After this period the seedlings were transplanted to the field, where they remained for another 150 days. Seedling diameter and height were measured at 60 and 120 days, aerial part and root dry matter, and arbuscular mycorrhizal colonization. Diameter, height, leaf area, aerial part dry matter and the number of surviving seedlings were determined after 150 days. None of the factors tested had any effect on seedling growth with one exception; inoculated plants with FMA had more root dry matter. Plants inoculated with smaller doses of P2O5 showed a larger percentage of surviving individuals and more vigorous seedlings. Results suggest that in low fertility soils of and subject to the hydric stress the C. pachystachya seedlings should be inoculated with FMA.

    KEY-WORDS: Native vegetation; mycorrhiza fungi; native species; seedling production; inoculation.

    O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares (FMA em diferentes doses de P2O5 na formação de mudas de embaúba (Cecropia pachystachya e no seu estabelecimento em campo. O estudo constou de um experimento fatorial 5x2, sendo cinco doses de P2O5

  8. Seleção de fungos produtores de tanase em resíduos vegetais ricos em taninos Screening of tanase producing fungi present in rich tannin vegetable residues

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Alves Macedo

    2005-08-01

    Full Text Available Tanino acil hidrolase conhecida como tanase (E.C: 3.1.1.20 é uma enzima que hidrolisa ésteres e ligações laterais de taninos hidrolisáveis produzindo glicose e ácido gálico. A tanase é uma enzima extracelular, induzível, produzida por fungos, bactérias e leveduras pela fermentação sólida, líquida ou submersa. A fermentação sólida para a produção desta enzima oferece um grande número de vantagens sobre o método de fermentação submersa e líquida convencional. O meio de produção é simples, utiliza resíduos vegetais de uva, cajú, café ou subprodutos como farelo de trigo, arroz ou aveia, acrescidos de ácido tânico. A aplicação de resíduos é uma forma de utilizar substratos alternativos e solucionar problemas de poluição que possam causar. A tanase tem vasta aplicação na indústria de alimentos, sucos, cervejaria e indústria farmacêutica. Objetivou-se com este trabalho selecionar linhagens fúngicas potencialmente produtoras de tanase em resíduos vegetais ricos em taninos. A primeira etapa da seleção foi realizada utilizando como substrato farelo de trigo suplementado com 0,5% de ácido tânico. Dentre as 400 linhagens testadas 6,75% produziram tanase. As linhagens que apresentaram as melhores atividades foram: LAB345G, LAB53G e LAB153G com atividades de 0,2862; 0,2149; 0,1848 U. Essas linhagens foram testadas nos resíduos agroindustriais de café e uva acrescentando 0,5% e 1,5% de ácido tânico ao meio de fermentação. O melhor resultado foi obtido para o resíduo de café com a linhagem LAB153G apresentando atividade de 0.275 U.Tannin acyl hydrolase (E.C: 3.1.1.20 or tannase is an enzyme which hydrolyses ester and depside bonds of hydrolysable tannins releasing gallic acid and glucose. Tannase is an extracellular, inducible enzyme, produced by fungi, bacteria and yeast. The tannase is produced by solid-state, liquid surface and submerged fermentation. The solid-state fermentation offers a number of

  9. The effects of arbuscular mycorrhizal fungi inoculation on Euterpe oleracea mart. (açaí seedlings Efeitos da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares em mudas de Euterpe oleracea mart. (açaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Ying Chu

    1999-06-01

    Full Text Available With the objective of verifying the response of Euterpe oleracea seedlings to seven arbuscular mycorrhizal fungi species, an experimental trial was carried out under greenhouse conditions. Seeds of E. oleracea were sown in carbonized rice husk. Germinating seeds were initially transferred to plastic cups, containing fumigated Reddish Yellow Quartz Sand and inoculated with arbuscular mycorrhizal fungi. Two months later, seedlings were transferred to 2 kg black plastic bags, containing the same soil without fumigation. Plant growth and mineral nutrients were evaluated nine months after mycorrhizal inoculation. Differential effects were observed among the species tested, with Scutellispora gilmorei being the most effective ones in promoting growth and nutrient content of E. oleracea seedlings. The increment resulted from inoculation with S. gilmorei were 92% in total plant height, 116% in stem diameter, 361% in dry matter production, 191% in N, 664% in P, 46% in K, 562% in Ca, 363% in Mg and 350% in Zn contents, comparing to uninoculated controls. Infected root length was positively correlated to nutrient content and plant growth. It was concluded that growth and nutrient uptake of E. oleracea seedlings could be significantly improved by inoculation of effective arbuscular mycorrhizal fungi.Com objetivo de verificar a resposta das plântulas de Euterpe oleracea Mart. à inoculação de sete espécies de fungos micorrízicos arbusculares, foi realizado um experimento em casa de vegetação. Sementes de E. oleracea germinadas em casca de arroz carbonizada foram inicialmente transferidas para copos de plástico contendo Areia Quartzosa Vermelho-Amarela fumigada, e nelas inoculados fungos micorrízicos arbusculares. Dois meses depois, as plântulas foram repassadas para sacos de plástico preto contendo o mesmo solo, sem fumigação. Foram avaliados o crescimento e a nutrição mineral das plantas nove meses após a inoculação. Efeitos diferenciados

  10. Filamentous fungi isolated from the rhizosphere of melon plants (Cucumis melo L. cv. Gold Mine cultivated in soil with organic amendments Fungos filamentosos isolados da rizosfera de meloeiros (Cucumis melo L. cv. Gold Mine cultivados em solo com compostos orgânicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Paiva Coutinho

    2010-03-01

    Full Text Available Rhizosphere soil samples were collected in a semiarid area, in the region of the São Francisco River valley, Petrolina, Pernambuco state, Brazil, to study the diversity of filamentous fungi in a soil cultivated with melon (Cucumis melo L. cv. Gold Mine and receiving different organic amendments: Treatment 1 (control, without organic compost; T2 (77% coconut fiber, 20% goat manure and 3% K2SO4; T3 (10% Ricinus communis leaves and stems, 50% Pennisetum purpureum leaves and 40% goat manure; T4 (77% coconut fiber, 20% goat manure and 3% termophosphate; T5 (47% Pennisetum purpureum leaves, 50% goat manure and 3% K2SO4; and T6 (57% Pennisetum purpureum leaves, 40% goat manure and 3% termophosphate. Fungal isolation was carried out by the serial dilution technique to 1:1000. The Sorensen index of similarity, frequency and distribution of the fungi were evaluated. Seventy-eight species of filamentous fungi were isolated and identified, plus several Basidiomycota (04 and Mycelia sterilia (02. The predominant genera were Aspergillus and Penicillium, with 15 and 13 species, respectively. A greater number of species was found in the sowing period (49, and in relation to the organic fertilization, treatment 6 provided the greatest species diversity (43 species. Most of the species are saprobes and only a few are considered to be potential pathogens on melon plants, such as Fusarium oxysporum, F. solani and Myrothecium roridum.Foram coletadas amostras de solo rizosférico em uma área semiárida, na região do Vale do São Francisco, Petrolina, Pernambuco, Brasil, com o objetivo de conhecer a diversidade dos fungos filamentosos presentes em solo cultivado com melão (Cucumis melo cv. Gold Mine e adubado com diferentes compostos orgânicos: Tratamento 1 (controle, sem adição de compostos orgânicos; T2 (77% de bagaço de côco, 20% de esterco de caprino e 3% de K2SO4; T3 (10% de torta de mamona, 50% de capim elefante e 40% de esterco de caprino; T4 (77% de

  11. Crescimento, parâmetros biofísicos e aspectos anatômicos de plantas jovens de seringueira inoculadas com fungo micorrízico arbuscular Glomus clarum Growth, biophysical parameters and anatomical aspects of young rubber tree plants inoculated with arbuscular mycorrhizal fungi Glomus clarum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Fabian de Araújo Diniz

    2010-03-01

    Full Text Available Fungos micorrízicos são reconhecidamente benéficos quando em associação às plantas por favorecerem seu crescimento e desenvolvimento. Apesar de pouco comum para a seringueira, a inoculação artificial de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs tem se mostrado uma alternativa para a redução no uso de fertilizantes e pesticidas nas culturas, bem como para a formação de mudas, visando obtenção de porta-enxertos precoces e bem nutridos. O estudo objetivou avaliar o efeito da inoculação do FMA Glomus clarum no crescimento e características biofísicas e anatômicas de plantas jovens de seringueira. Os tratamentos consistiram de plantas inoculadas com o fungo Glomus clarum adubadas com 50 ppm de fósforo (mic+50P, plantas não inoculadas adubadas com 50 ppm de fósforo (s/mic+50P e plantas não inoculadas adubadas com 500 ppm de fósforo (s/mic+500P. Constatou-se que as plantas micorrizadas apresentaram altura e diâmetro dos caules, matéria seca da parte aérea, densidade estomática e área foliar, semelhantes às plantas s/mic+500P. Maior acúmulo de matéria seca de raiz, maior taxa de transpiração, menor resistência estomática e menor temperatura foliar foram observadas para as plantas micorrizadas. As análises anatômicas das raízes evidenciam a ocorrência de alterações no tecido vascular, com aumento no número de pólos de xilema das raízes das plantas micorrizadas.Mycorrhizal fungi are beneficial when associated with plants because they favor growth and develop. Although infrequent, artificial inoculation of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF has become an alternative to reduce the use of fertilizers and pesticides in crops, as well as for the formation of seedlings, to obtain precocious and well fed rootstocks. The objective of the study was to evaluate the effect of inoculation of AMF Glomus clarum on growth and biophysical and anatomical characteristics of young rubber trees. The treatments consist of plants

  12. Comparação de métodos para a observação de fungos micorrízicos arbusculares e endofíticos do tipo dark septate em espécies nativas de Cerrado Comparision of methods to visualise arbuscular mycorrhizal and dark septate endophytic fungi in native Cerrado species

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly da Silva Coutinho Detmann

    2008-10-01

    Full Text Available As espécies vegetais de Cerrado sensu stricto apresentam estratégias adaptativas às condições edáficas e climáticas de altos investimentos em fotoassimilados, nutrientes e água para sua estruturação. A simbiose entre fungos e raízes de plantas é uma importante adaptação radicular que auxilia as plantas na absorção de nutrientes e água do solo, sendo determinantes para a sobrevivência no Cerrado. Com o objetivo de estudar fungos micorrízicos arbusculares (FMAs e fungos endofíticos do tipo dark septate (DSEFs nas raízes de algumas espécies arbóreas e herbáceas, nativas do Cerrado sensu stricto, foram testados diferentes métodos para melhor observação das estruturas fúngicas em simbiose. O melhor método de clarificação foi observado quando as raízes foram autoclavadas a 121 °C em KOH 2 %, por 20 min, e com a subseqüente transferência para solução nova de KOH 2 %, por 24 h, em temperatura ambiente. Este procedimento foi repetido e, em seguida, essas amostras foram imersas em H2O2 2 % por 2 h. Os arbúsculos foram observados com maiores detalhes após a inclusão em resina, seccionamento e coloração com azul-de-toluidina. Todas as espécies avaliadas encontravam-se colonizadas por FMAs, e apenas em Xylopia aromatica não se observaram os DSEFs. As espécies herbáceas apresentaram maiores freqüências de colonização micorrízica do que as arbóreas. O caráter generalista dos FMAs e DSEFs observado nas espécies vegetais do Cerrado sensu stricto sugere a importância dessas simbioses como mecanismo adaptativo às condições de Cerrado.Plant species in sensu stricto Cerrado have adaptive strategies to soil and climatic adversities that require high investment of nutrients, water and photoassimilates. The mutualistic fungi - plant root symbiosis is an important adaptation by which plants can improve soil nutrients and water acquisition and it can be determinant for plant survival in Cerrado conditions. The aim

  13. Resistência natural de nove madeiras do semi-árido brasileiro a fungos xilófagos em condições de laboratório Natural resistance of nine woods of Brazilian semi-arid region to wood-destroying fungi under laboratory conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juarez Benigno Paes

    2004-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a resistência natural de nove madeiras do semi-árido brasileiro a fungos xilófagos, em condições de laboratório. As madeiras estudadas foram a algaroba (Prosopis juliflora, o angico (Anadenanthera macrocarpa, a aroeira (Myracrodruon urundeuva, a braúna (Schinopsis brasiliensis, a cássia (Senna siamea, a craibeira (Tabebuia aurea, o cumaru (Amburana cearensis, o ipê (Tabebuia impetiginosa e o pereiro (Aspidosperma pyrifolium. De cada espécie foram retirados corpos-de-prova de 2,54 x 2,00 x 1,00 cm, com a maior dimensão na direção das fibras, em quatro posições na direção medula-casca. As amostras foram submetidas, por 14 semanas, à ação dos fungos Postia placenta e Neolentinus lepideus. A resistência natural, com exceção da algaroba e do angico (P. placenta, da craibeira (N. lepideus e da cássia (P. placenta e N. lepideus, foi afetada pela posição na direção medula-casca, sem estar relacionada à densidade das madeiras ensaiadas. A madeira de ipê e a madeira de cerne da aroeira e braúna foram as mais resistentes aos fungos testados. As diferenças entre a resistência natural, exceto para a aroeira e braúna, não estavam associadas à concentração de extrativos solúveis em água quente.The objective of this research was to evaluate the natural resistance of nine semi arid region Brazilian woods to wood-destroying fungi under laboratory conditions. The studied woods were the Prosopis juliflora, Anadenanthera macrocarpa, Myracrodruon urundeuva, Schinopsis brasiliensis, Senna siamea, Tabebuia aurea, Amburana cearensis, Tabebuia impetiginosa and Aspidosperma pyrifolium. Test samples measuring 2.54 x 2.00 x 1.00 cm, with the largest measure taken fiber-wise were obtained from four pith-to-bark positions. The samples were submitted to action of the Postia placenta and Neolentinus lepideus fungi for 14 weeks. Species resistance, with exception of those of Prosopis juliflora and Anadenanthera

  14. Biological Control of Lettuce Drop and Host Plant Colonization by Rhizospheric and Endophytic Streptomycetes

    Science.gov (United States)

    Chen, Xiaoyulong; Pizzatti, Cristina; Bonaldi, Maria; Saracchi, Marco; Erlacher, Armin; Kunova, Andrea; Berg, Gabriele; Cortesi, Paolo

    2016-01-01

    Lettuce drop, caused by the soil borne pathogen Sclerotinia sclerotiorum, is one of the most common and serious diseases of lettuce worldwide. Increased concerns about the side effects of chemical pesticides have resulted in greater interest in developing biocontrol strategies against S. sclerotiorum. However, relatively little is known about the mechanisms of Streptomyces spp. as biological control agents against S. sclerotiorum on lettuce. Two Streptomyces isolates, S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I, inhibit mycelial growth of Sclerotinia sclerotiorum by more than 75% in vitro. We evaluated their biocontrol activity against S. sclerotiorum in vivo, and compared them to Streptomyces lydicus WYEC 108, isolated from Actinovate®. When Streptomyces spp. (106 CFU/mL) were applied to S. sclerotiorum inoculated substrate in a growth chamber 1 week prior lettuce sowing, they significantly reduced the risk of lettuce drop disease, compared to the inoculated control. Interestingly, under field conditions, S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I protected lettuce from drop by 40 and 10% respectively, whereas S. lydicus WYEC 108 did not show any protection. We further labeled S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I with the enhanced GFP (EGFP) marker to investigate their rhizosphere competence and ability to colonize lettuce roots using confocal laser scanning microscopy (CLSM). The abundant colonization of young lettuce seedlings by both strains demonstrated Streptomyces' capability to interact with the host from early stages of seed germination and root development. Moreover, the two strains were detected also on 2-week-old roots, indicating their potential of long-term interactions with lettuce. Additionally, scanning electron microscopy (SEM) observations showed EGFP-S. exfoliatus FT05W endophytic colonization of lettuce root cortex tissues. Finally, we determined its viability and persistence in the rhizosphere and endorhiza up to 3 weeks by quantifying its

  15. Biological control of lettuce drop and host plant colonization by rhizospheric and endophytic streptomycetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xiaoyulong eChen

    2016-05-01

    Full Text Available Lettuce drop, caused by the soil borne pathogen Sclerotinia sclerotiorum, is one of the most common and serious diseases of lettuce worldwide. Increased concerns about the side effects of chemical pesticides have resulted in greater interest in developing biocontrol strategies against S. sclerotiorum. However, relatively little is known about the mechanisms of Streptomyces spp. as biological control agents against S. sclerotiorum on lettuce. Two Streptomyces isolates, S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I, inhibit mycelial growth of Sclerotinia sclerotiorum by more than 75% in vitro. We evaluated their biocontrol activity against S. sclerotiorum in vivo, and compared them to Streptomyces lydicus WYEC 108, isolated from Actinovate®. When Streptomyces spp. (106 CFU/mL were applied to S. sclerotiorum inoculated substrate in a growth chamber one week prior lettuce sowing, they significantly reduced the risk of lettuce drop disease, compared to the inoculated control. Interestingly, under field conditions, S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I protected lettuce from drop by 40% and 10% respectively, whereas S. lydicus WYEC 108 did not show any protection. We further labeled S. exfoliatus FT05W and S. cyaneus ZEA17I with the enhanced GFP (EGFP marker to investigate their rhizosphere competence and ability to colonize lettuce roots using confocal laser scanning microscopy (CLSM. The abundant colonization of young lettuce seedlings by both strains demonstrated Streptomyces’ capability to interact with the host from early stages of seed germination and root development. Moreover, the two strains were detected also on two-week-old roots, indicating their potential of long-term interactions with lettuce. Additionally, scanning electron microscopy (SEM observations showed EGFP-S. exfoliatus FT05W endophytic colonization of lettuce root cortex tissues. Finally, we determined its viability and persistence in the rhizosphere and endorhiza up to

  16. Viabilidade de formulação peletizada do fungo nematófago Monacrosporium sinense, no controle biológico de nematóides parasitos gastrintestinais de bezerros Viability of pellet formulation of Monacrosporium sinense as biological control of gastrointestinal nematodes of calves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.K. Campos

    2007-02-01

    Full Text Available A viabilidade de uma formulação do fungo Monacrosporium sinense foi avaliada no controle de nematóides parasitos gastrintestinais de bovinos. Dois grupos de 10 bezerros cada um, mestiços Holandês x Zebu, de seis a nove meses de idade, foram colocados em pastagem de Brachiaria brizantha. Em um dos grupos, cada animal recebeu 20g de péletes em matriz de alginato de sódio, contendo massa miceliana do fungo M. sinense via oral, duas vezes por semana, durante seis meses, com início no mês de outubro; no outro grupo, controle, os bezerros não receberam esse tratamento. As contagens de ovos por grama de fezes (OPG e de larvas infectantes por kg de matéria seca foram maiores (PThe viability of a formulation of the fungus Monacrosporium sinense was evaluated as control of bovine gastrointestinal nematodes parasites. Two groups were used and they were made up of 10 Holstein X Zebu crossbred, six to eight-month-old. They were grazing on Brachiaria brizantha pasture. In the treated group, each animal received orally, twice a week 20g of pellets of sodium alginate containing mycelial of the fungus M. sinense, during six months, with the onset in October. In the control group, the calves did not receive that treatment. The counting of eggs per gram of faeces (EPG and the counting of infective larvae per kg of dry matter were higher (P<0.05 in the control group than in the treated group. The difference of the EPG between the groups at the end of the experimental period was 79%. The viability of the pellets germination and the predatory activity of the fungus after the encapsulation were evaluated in vitro. The percentage of pellets with positive culture for fungus varied between 90-100% and the percentage of reduction of infective larvae varied between 90.6-100%. The use of that dose and the periodic application of M. sinense pellets were efficient as control of bovine gastrointestinal nematode parasites.

  17. Ação do óleo essencial de Syzygium aromaticum (L. Merr. & L.M.Perry sobre as hifas de alguns fungos fitopatogênicos Action of Syzygium aromaticum (L. Merr. & L.M.Perry essential oil on the hyphae of some phytopathogenic fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.R.T Costa

    2011-01-01

    Full Text Available Atualmente o uso de métodos alternativos para o controle de doenças e pragas na agricultura, visando minimizar os danos ao meio ambiente e à saúde pública é uma prática reconhecida e necessária. Este trabalho objetivou investigar a ação do óleo essencial de Syzygium aromaticum (L. Merr. & L.M.Perry sobre o crescimento micelial in vitro dos fungos fitopatogênicos Rhizoctonia solani, Fusarium solani, Fusarium oxysporum e Macrophomina phaseolina. A análise por cromatografia gasosa acoplada com espectrometria de massa possibilitou a identificação de eugenol (83,6%, acetato de eugenila (11,6% e cariofileno (4,2%. A avaliação microscópica dos micélios dos fungos evidenciou diversas alterações morfológicas, como a presença de vacúolos, desorganização dos conteúdos celulares, diminuição na nitidez da parede celular, intensa fragmentação e menor turgência das hifas. O óleo essencial de cravo apresentou atividade fungicida na concentração de 0,15% sobre o crescimento de R. solani, F. oxysporum e F. solani, entretanto não demonstrou essa atividade sobre M. phaseolina. Esses resultados indicam perspectivas favoráveis para posterior uso do óleo de cravo no controle desses fitopatógenos na agricultura.Currently, the use of alternative methods to control diseases and pests in agriculture has been a recognized and necessary practice to minimize damages to the environment and public health. This study aimed to investigate the action of clove [Syzygium aromaticum (L. Merr. & L.M.Perry] essential oil on the in vitro mycelial growth of the phytopathogenic fungi Rhizoctonia solani, Fusarium solani, Fusarium oxysporum and Macrophomina phaseolina. Analysis by gas chromatography-mass spectrometry allowed the identification of eugenol (83.6%, eugenyl acetate (11.6% and caryophyllene (4.2%. Microscopic evaluation of mycelia showed several morphological changes such as presence of vacuoles, cell content disorganization, decreased

  18. Toxigenic fungi in beans (Phaseolus vulgaris L. classes black and color cultivated in the State of Santa Catarina, Brazil Fungos toxigênicos em feijão (Phaseolus vulgaris L. classes preto e cores cultivado no Estado de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léa Luzia Freitas Costa

    2002-06-01

    Full Text Available Toxigenic fungi were studied in beans (Phaseolus vulgaris L. of Classes black and color, cultivated in different regions of the State of Santa Catarina, south region of Brazil. The mean counts of filamentous fungi were 2.8 x 103 and 6.7 x 103 CFU/g for beans Classes black and color, respectively. Penicillium spp., Aspergillus spp. and Phoma spp. were the most frequent genera isolated, followed by Ryzopus spp., Alternaria spp., Helminthosporium spp., Cladosporium spp., Botrytis spp., Fusarium spp., Trichoderma spp., Curvularia spp. and Dreschelera spp. Among beans Class black, 24.6% of the Aspergillus strains produced mycotoxins: 13.1% produced aflatoxins (AFs; 11.5% produced ochratoxin A (OTA and 28.9% of Penicillium produced citrinin (CTR. On the other hand, 22.1% of Aspergillus strains isolated from beans Class color produced mycotoxins (16.7% produced AFs and 5.4% produced OTA, while Penicillium genera had 35.4% of CTR producing strains. The toxigenic species were A. flavus, A. parasiticus, A. ochraceus and P. citrinum Thom.Foram estudados fungos toxigênicos em feijão (Phaseolus vulgaris L., classes preto e cores, cultivados em diferentes regiões do Estado de Santa Catarina, região Sul do Brasil. A média total de fungos filamentosos foi de 2,8x10³ e 6,7x10³ UFC/g para feijão classe preto e cores, respectivamente. Penicillium spp., Aspergillus spp. e Phoma spp. foram os gêneros mais frequentes isolados, seguidos por Ryzopus spp., Alternaria spp., Helminthosporium spp., Cladosporium spp., Botrytis spp., Fusarium spp., Trichoderma spp., Curvularia spp. e Dreschelera spp. No feijão classe preto, 24,6% das cepas de Aspergillus isolados eram toxigenicas: 13.1% eram produtoras de aflatoxinas (AFs e 11,5% de ocratoxina A (OTA; e 28,9% de Penicillium produziram citrinina (CTR. Por outro lado, 22,1% de cepas de Aspergillus isolados do feijão classe cores, produziram micotoxinas (16,7% produziram AF e 5,4% produziram OTA, já do g

  19. Contribuição de fungos micorrízicos arbusculares autóctones no crescimento de Guazuma ulmifolia em solo de cerrado degradado Contribution of arbuscular mycorrhizal fungi to the growth of Guazuma ulmifolia in degraded 'cerrado' soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli da Silva Aquino

    2002-12-01

    Full Text Available Ensaios foram conduzidos, em casa de vegetação, com solos de pastagem degradada reflorestada e cerrado preservado (controle visando avaliar a contribuição de fungos micorrízicos arbusculares (FMA autóctones no crescimento de mutambo (Guazuma ulmifolia Lamb.. As mudas foram transplantadas para sacos de plástico (2 kg com substratos esterilizados na proporção 4:1 (solo:areia, e o tratamento inoculado recebeu 300 esporos de FMA por saco. A inoculação não proporcionou aumento significativo na produção da matéria seca da parte aérea, matéria fresca das raízes e altura da planta, sugerindo que a G. ulmifolia não é responsiva à micorrização.Experiments were carried out in a greenhouse, using reforested degraded pasture and preserved 'cerrado' (control soil with the objective to evaluate the contribution of autoctone arbuscular mycorrhizal fungi (AMF on the Guazuma ulmifolia Lamb. growth. Seedlings were transplanted to plastic bags with 2 kg of sterilized soil: sand substrate (4:1. Plants were inoculated with ca. 300 spores of AMF per replication; noninoculated plants served as control. AMF did not improve significantly canopy dry matter, root fresh matter and plant height. G. ulmifolia showed no response to mycorrhizae.

  20. A new species of the fungus-farming ant genus Mycetagroicus Brandão & Mayhé-Nunes (Hymenoptera, Formicidae, Attini Uma nova espécie de formiga cultivadora de fungo, do gênero Mycetagroicus Brandão & Mayhé-Nunes (Hymenoptera, Formicidae, Attini

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Roberto Ferreira Brandão

    2008-09-01

    Full Text Available The fungus-farming ant genus Mycetagroicus Brandão & Mayhé-Nunes was proposed based on three species from the Brazilian "Cerrado": M. cerradensis, M. triangularis and M. urbanus. Here we describe a new species of Attini ant of the genus Mycetagroicus, M. inflatus n. sp., based on two workers collected in eastern Pará State, Brazil. A new key for species identification, comments on differences among species and new geographical distribution data are furnished.O gênero de formigas cultivadoras de fungos, Mycetagroicus Brandão & Mayhé-Nunes, foi proposto com base em três espécies do Cerrado: M. cerradensis, M. triangularis e M. urbanus. Neste trabalho descrevemos uma nova espécie de Attini do gênero Mycetagroicus, M. inflatus n. sp., baseada em duas operárias coletadas no leste do Pará, Brasil. Apresentamos uma nova chave para a identificação das espécies, comentários sobre as diferenças entre as espécies e novos dados sobre a distribuição geográfica.

  1. Design, synthesis and fungicidal evaluation of novel pyraclostrobin analogues.

    Science.gov (United States)

    Wang, Lili; Zhao, Shuangshuang; Kong, Xiaotian; Cao, Lingling; Tian, Sheng; Ye, Yonghao; Qiao, Chunhua

    2018-02-15

    A series of novel pyraclostrobin derivatives were designed and prepared as antifungal agents. Their antifungal activities were tested in vitro with five important phytopathogenic fungi, namely, Batrylis cinerea, Phytophthora capsici, Fusarium sulphureum, Gloeosporium pestis and Sclerotinia sclerotiorum using the mycelium growth inhibition method. Among these compounds, 5s displayed IC 50 value of 0.57 μg/mL against Batrylis cinerea and 5k-II displayed IC 50 value of 0.43 μg/mL against Sclerotinia sclerotiorum, which were close to that of the positive control pyraclostrobin (0.18 μg/mL and 0.15 μg/mL). Other compounds 5f, 5k-II, 5j, 5m and 5s also exhibited strong antifungal activity. Further enzymatic assay demonstrated compound 5s inhibited porcine bc 1 complex with IC 50 value of 0.95 μM. The statistical results from an integrated computational pipeline demonstrated the predicted total binding free energy for compound 5s is the highest. Consequently, compound 5s with the biphenyl-4-methoxyl side chain could serve as a new motif as inhibitors of bc 1 complex and deserve to be further investigated. Copyright © 2018 Elsevier Ltd. All rights reserved.

  2. Relationships among alfalfa resistance to Sclerotinia crown and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Zilvinas

    2012-09-06

    Sep 6, 2012 ... MATERIALS AND METHODS. Experimental site and plant material. The experiments were carried out at the Institute of Agriculture, during the period of 2009 to 2011. The alfalfa material was subjected for investigation of resistance to S. trifoliorum, OA under laboratory and resistance to SCSR under field ...

  3. Crop rotation biomass and arbuscular mycorrhizal fungi effects on sugarcane yield Produção de biomassa e presença de fungos micorrízicos arbusculares em culturas utilizadas em rotação com a cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmilson José Ambrosano

    2010-12-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar (Saccharum spp. vem sendo cultivada no Brasil para produção de açúcar e agroenergia. Em seu sistema de produção, após um ciclo de 4 a 8 anos, é possível a rotação com plantas de cobertura, antes do seu replantio, para melhoria do solo e geração de renda. Estudou-se a caracterização e produtividade de biomassa de leguminosas (como adubos-verdes e girassol (Helianthus annuus L., a ocorrência natural de micorrizas, o teor de açúcar e a produtividade em colmos da cana-de-açúcar IAC 87-3396 e a viabilidade econômica desse sistema com cultivo após as opções de rotação, com quantificação da produtividade durante três cortes consecutivos. O amendoim (Arachis hypogaea L. cv. IAC-Caiapó, girassol cv. IAC-Uruguai e mucuna-preta (Mucuna aterrimum Piper and Tracy foram as culturas que apresentaram maior percentagem de colonização por fungos micorrízicos. O girassol foi a planta de cobertura que mais extraiu nutrientes do solo, seguido por amendoim (Arachis hipogaea L. cv. IAC-Tatu e feijão-mungo (Vigna radiata L. Wilczek. A colonização por fungos micorrízicos mostrou correlação positiva com a altura de plantas de cana no primeiro corte (p = 0,01 e R = 0,52, mas não se correlacionou com a produtividade de colmos ou açúcar. No primeiro corte, o girassol foi a cultura de rotação que ocasionou o maior aumento de produtividade, da ordem de 46% em colmos e de 50% na quantidade de açúcar, em comparação com a testemunha. Com exceção dos amendoins, todas as culturas em rotação aumentaram a renda líquida do sistema na média de três cortes de cana-de-açúcar.Sugarcane (Saccharum spp. is an important crop for sugar production and agro-energy purposes in Brazil. In the sugarcane production system after a 4- to 8-year cycle crop rotation may be used before replanting sugarcane to improve soil conditions and give an extra income. This study had the objective of characterizing the biomass and the

  4. Avaliação in vitro da atividade fungitóxica de extratos de condimentos na inibição de fungos isolados de pães artesanais In vitro evaluation of the fungitoxic activity of seasonings on the inhibition of fungi isolated from homemade breads

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Zanúncio Araujo

    2009-04-01

    Full Text Available Objetivou-se, na presente pesquisa, avaliar a atividade antifúngica in vitro de alho, gengibre, orégano, cravo, canela e tomilho sobre a inibição e o desenvolvimento de Aspergillus ochraceus, Penicillium roqueforti, Rhizopus stolonifer, desenvolvidos em pães artesanais. Para cada planta foram preparados extratos alcólicos (EA10%, EA20% e EA25%, extrato aquoso (EAQ10%, extrator alcoólico puro (EAP e testemunha sem extrato e álcool. Para alho, gengibre, orégano incluiu-se o extrato alcoólico da planta fresca (EAF 10%. Os experimentos foram instalados no Laboratório de Fitopatologia do EcoCentro/EPAMIG, Lavras, MG e no Laboratório de Fitopatologia do Incaper/CRDS-CS, em Domingos Martins, ES. Os tratamentos foram aplicados sobre os fungos inoculados em placas de petri, em meio BDA. Calcularam-se médias do Índice de Velocidade de Crescimento Micelial (IVCM e esporulação. Os EA de plantas desidratadas a 10%, 20% e 25% inibiram totalmente o crescimento micelial dos fungos estudados, com exceção do EA 25% de alho sobre o Penicillium roqueforti e o EA 25% de gengibre sobre o desenvolvimento do Aspergillus ochraceus que não se diferenciaram da testemunha. O EA de alho teve um efeito não inibitório sobre P. roqueforti. Os EA, EAF e EAP apresentaram menor esporulação em relação à testemunha, exceto com gengibre e cravo sobre a esporulação do R. stolonifer e o EAQ apresentou um efeito semelhante ao da testemunha.This research was carried out to evaluate the in vitro anti-fungus activity of alcoholic extracts of garlic, ginger, oregano, clove, cinnamon, and thyme on the inhibition and development of Aspergillus ochraceus, Penicillium roqueforti, and Rhizopus stolonifer, which develop in homemade breads. For each commercial seasoning, alcoholic extracts (AE were prepared (AE10%, AE20% and AE25% as well as aqueous extract (AQE at 10%, pure alcoholic extract (PAE, and control without extract and alcohol. For garlic, ginger and oregano

  5. Atributos químicos do solo e ocorrência de fungos micorrízicos sob áreas de pastagem e sistema agroflorestal, Brasil Chemical attributes of soil and occurrence of mycorrhizal fungi under areas of pasture and agroforest system, Brazil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2009-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo caracterizar alguns atributos químicos do solo e avaliar a comunidade de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs em uma área de pastagem e um sistema agroflorestal (SAF. A área de estudo está localizada na "Fazendinha Agroecológica do Km 47", 22° 45'S, 43° 41'W, no município de Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Foram coletadas amostras de solo na profundidade de 0-5 cm e quantificados os teores de carbono orgânico total (COT, Ca, Mg, pH, P e K. Os FMAs foram quantificados e posteriormente identificados. Os resultados encontrados foram analisados como delineamento inteiramente casualizado, com aplicação do teste F. Verificaram-se valores estatisticamente maiores de COT, Ca, Mg e K no SAF, assim como o maior número de esporos de fungos micorrízicos. Observou-se uma baixa diversidade de espécies de FMAs, sendo que Glomus macrocarpum e Acaulospora scrobiculata foram as espécies dominantes nas duas áreas. O manejo do solo pode ter influenciado no menor número de esporos de FMAs encontrados sob pastagem. Por meio da análise de componentes principais foi possível separar as duas áreas avaliadas, sendo o comportamento semelhante ao verificado na análise univariada.This study had as objective characterize the chemical attributes of soil and to evaluate the community of arbuscular mycorrhizal fungi (AMFs in a pasture area and agroforest system (AFS. The area this study is located in the Agroecological Farm, 22° 45'S, 43° 41'W, in the Seropédica, Rio de Janeiro State, Brazil. The soil samples were taken in depth of 0-5 cm and quantified the tenors of total organic carbon (TOC, Ca, Mg, pH, P and K. They were counted and identified the spores of FMAs. The found results were analyzed as design entirely casuality, with application of the test F. Verified statistically higher values of COT, Ca, Mg and K in AFS, as well as the largest number of spores of mycorrhizal fungi. One was observed lowers

  6. Produção e qualidade de óleos essenciais de Mentha arvensis em resposta à inoculação de fungos micorrízicos arbusculares Yield and quality of essential oils of Mentha arvensis in response to inoculation with arbuscular mycorrhizal fungi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Simone Mendonça Freitas

    2004-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA na produção e qualidade de óleos essenciais de Mentha arvensis L., cultivada com diferentes doses de fósforo. O trabalho foi realizado em casa de vegetação e o delineamento estatístico utilizado foi de blocos ao acaso com 20 tratamentos, constituídos pela combinação de cinco tratamentos microbiológicos (Glomus clarum Nicolson & Schenck, Glomus etunicatum Becker & Gerdemann, Gigaspora margarita Becker & Hall, Acaulospora scrobiculata Trappe e controle e quatro doses de P (0, 50, 100 e 200 mg kg-1, com quatro repetições. As plantas foram colhidas 65 dias após o plantio. Sem adubação fosfatada, os fungos Gigaspora margarita e Glomus clarum aumentaram em 206 e 198%, respectivamente, a produção de matéria fresca em relação ao tratamento controle. A maior produção de matéria fresca (90 g por vaso foi observada no tratamento de A. scrobiculata com 133 mg kg-1 de fósforo. Na ausência de adubação fosfatada, teores de óleos essenciais e de mentol no óleo foram menores em plantas sem inoculação, e os tratamentos com inoculação proporcionaram incrementos de até 89% nos teores de óleos e de mentol, em relação ao tratamento sem inoculação. Com o incremento da adubação fosfatada, não foram observados incrementos dos teores de óleos essenciais e mentol em razão dos FMA. As maiores produtividades de óleos essenciais e de mentol nos óleos, 0,69 g e 0,48 g por vaso, respectivamente, foram encontradas em plantas com inoculação de Acaulospora scrobiculata nas doses de P de 126 e 123 mg kg-1 de solo, respectivamente.The objective of this work was to evaluate the effects of different species of arbuscular mycorrhizal fungi on the vegetative growth, production and composition of essential oil of Mentha arvensis L., grown in different phosphorus levels. The work was carried out under greenhouse conditions and

  7. Palinomorfos de fungos e criptógamas em sedimentos quaternários de duas matas com Araucária, Planalto leste do Rio Grande do Sul, Brasil Palynomorphs of fungi and cryptogams in Quaternary sediments from two Araucaria forests, Eastern Plateau of Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Scherer

    2008-03-01

    Full Text Available Pólen, esporos e demais palinomorfos preservados em sedimentos são material de referência básico em estudos paleoambientais. A presente pesquisa tem como objetivo apresentar a taxonomia de palinomorfos correspondentes a fungos e criptógamas contidos em sedimentos do interior de duas matas com Araucária do Planalto leste do Rio Grande do Sul e, assim, fornecer subsídios para reconstituições paleoambientais na região. A análise envolveu amostras de dois perfis sedimentares holocênicos de São Francisco de Paula (perfil 1, Alpes de São Francisco, 132 cm; perfil 2, Banhado Amarelo, 101 cm, coletados com o Amostrador de Hiller. O processamento químico das amostras seguiu o método padrão, com HCl, HF, KOH, acetólise e montagem das lâminas em gelatina-glicerinada. A análise foi realizada em microscopia óptica. São apresentados palinomorfos de oito fungos, seis algas, cinco briófitos e 19 pteridófitos. A descrição de cada material é acompanhada de ilustrações e, sempre que possível, de dados ecológicos do organismo de origem. A grande quantidade de palinomorfos distintos, bem preservados nos sedimentos, mostra a potencialidade deste material em oferecer informações ambientais relevantes, junto com grãos de pólen, no estudo da gênese e expansão da mata com Araucária.Pollen, spores and other palynomorphs preserved in sediments are basic reference material for palaeoenvironmental studies. The aim of this research is to present the taxonomy of fungal and cryptogamic palynomorphs contained in sediments from two Araucaria forests on the Eastern Plateau of Rio Grande do Sul, thus contributing to palaeoenvironmental reconstitution in the region. The analysis involved samples from two Holocene sedimentary profiles from São Francisco de Paula (profile 1, Alpes de São Francisco, 132 cm; profile 2, Banhado Amarelo, 101 cm, collected with a Hiller Sampler. Chemical processing of the samples followed standard methodology, using

  8. Fungos micorrízicos nativos e Glomus clarun no rendimento de trevo vesiculoso cultivado em condições naturais e modificadas pela calagem e aplicação de fósforo Glomus clarun and native mycorrhizal fungi on yield of Trifolium spp. cultivated under natural and modified soil contitions with addition by phosphorus and liming

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos dos Santos Pessoa

    1997-03-01

    Full Text Available Em experimento desenvolvido na casa de vegetação na UFSM-RS, avaliou-se o efeito da introdução de fungos micorrizicos arbusculares (fMA Glomus clarum e nativos no rendimento de massa seca (MS e absorção de P pelo trevo vesiculoso (Trifolium spp. e verificou-se a compatibilidade entre a espécie introduzida e os fMA nativos ocorrentes no solo estudado. Os tratamentos/oram constituídos defatorial 4x2x2 com quatro níveis de fMA: G. clarum, fungos nativos, mistura de ambas as populações e controle sem inoculação de fMA: com dois valores de pH: 4,4 e 5,4 e com dois níveis de fósforo disponível (Mehlich l: 6 e ISmg/kg de solo. A introdução de G. clarum isoladamente ou em conjunto com fMA nativos, na condição de pH 4,4, e em baixa disponibilidade de P, aumentou o rendimento de MS e absorção de P. Em disponibilidade intermediária de P (l5mg/kg de solo e pH 5,4 não ocorreu diferença entre os tratamentos inoculados com fMA, mas destes ocorreu diferença para o tratamento sem inoculação, evidenciando a dependência do trevo pela micorrizaçâo. Tratamentos inoculados com G. clarum apresentaram maiores rendimentos de MS, absorção de P, colonização micorrizica e esporulação, mostrando que a introdução dessa espécie pode ser viável quando espécies nativas não são eficientes para a cultura ou tornam-se ineficientes quando a fertilidade do solo é modificada por aplicação de P e/ou calagem.The experiment v/as conducted under greenhouse condition at the University of Santa Maria, RS, Brazil. The objectives were to evaluate the introduction of arbuscular mycorrhizalfúngi (AMF Glomus clarum and natives fungi on the phosphorus uptake and dry matter (DM production from Trifolium spp. and Io verify lhe compatibilily between introduced specie and lhe nativo AMF occurence in lhe studied soil. The treatments was constituled of 4x2x2 factorial withfour AMF leveis: G. clarum, AMf native, mixture of both populations of AMF

  9. Fungos micorrízicos vesículo-arbusculares em rizosferas de plantas em dunas do Parque Estadual da Ilha do Cardoso, São Paulo, Brasil: (1 Taxonomia Vesicular-arbuscular mycorrhizal fungi from rhizospheres of dunes plants of Parque Estadual da Ilha do Cardoso, São Paulo State, Brazil (1: taxonomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. F. B Trufem

    1989-01-01

    Full Text Available De março/1988 a março/1989, mensalmente, foram coletadas o total de 450 amostras de solo de rizosferas de plantas de dunas do Parque Estadual da Ilha do Cardoso, Estado de Sáo Paulo, com a finalidade de se verificar a ocorrência de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares (MVA. As plantas mais constantemente investigadas foram: Baccharis trimera DC. (Compositae, Blutaparon portulacoides (St. Hü. Mears (Amaranthaceae, Dalbergia hecastaphylla (L. Taub. (Legurninosae, Hydrocotyle bonariensis Lam. (Umbelliferae,Ipomoeapes-caprae (L.Sweet(Convolvulaceae, Polygaid cyparisseas St. Hül & Moq. (Polygalaceae, além de gramíneas, ciperáceas e outras, que foram coletadas mais esporadicamente. O solo foi tratado pela técnica de decantação e peneiramento em via úmida. Foram verificados 14 taxons de fungos MVA: Acaulospora scrobiculata Trappe, Acaulospora tuberculata Janos & Trappe, Cigaspora gigantea (Nicol. & Gerd. Gerd. & Trappe, Glomus fasciculatum (Thaxter Gerd. & Trappe emend. Walker & Koske, Glomus globiferum Koske & Walker, Glomus monosporum Gerd. & Trappe, Sclerocystis sinuosa Gerd. & Bakshi, Scutellospora calospora (Nicol & Gerd Walker & Sanders, Scutellospora coralloidea (Trappe, Gerd. & Ho (Walker & Sanders, Scutellospora gilmorei (Trappe & Gerd. Walker & Sanders, Scutellospora gregaria (Schenck & Nicol. Walker & Sanders, Scutellospora pérsica (Koske & Walker Walker & Sanders, Scutellospora verrucosa Koske & Walker Walker & Sanders e Scutellospora sp. São apresentadas descrições taxonómicas, comentarios e murônimos dos taxons verificados.Monthly, from March/1988 to March/1989 were collected the total of 450 soil samples from rhizospheres of plants from dunes of Parque Estadual da Ilha do Cardoso, São Paulo State, Brazil, to report the occurrence of VANÍ fungus. The investigated plants were: Baccharis trímera DC. (Compositae, Blutaparon portulacoides (St. Hil. Mears (Amaranthaceae, Dalbergia hecastaphylla (L. Taub

  10. Ocorrência e atividade de fungos micorrízicos arbusculares em plantios de eucalipto (eucalyptus sp. no litoral norte da Bahia, Brasil Occurrence and activity arbuscular mycorrhizal fungi in eucalypt (eucalyptus sp. plantations in the northern coast of Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Sousa Lima

    2013-04-01

    Full Text Available Nas últimas décadas, tecnologias alternativas vêm sendo estudadas visando tornar o cultivo do eucalipto (Eucalyptus sp. mais econômico e sustentável. Entre estas, as associações micorrízicas merecem destaque devido aos inúmeros benefícios que proporcionam às plantas hospedeiras. Este trabalho teve como objetivo avaliar a ocorrência e atividade de fungos micorrízicos arbusculares em plantios de eucalipto utilizados comercialmente pela Copener Florestal Ltda. no litoral norte da Bahia. Foi observada grande variabilidade na densidade de esporos (36,2 a 203,2 esporos em 50 g de solo, colonização micorrízica (10,6 a 57,8% e nos teores de glomalina facilmente extraível e total (0,34 a 1,92 mg g de solo-1 e 0,48 a 3,88 mg g de solo-1 nos plantios de eucalipto. Os resultados neste estudo permitiram concluir que, embora os clones apresentem suscetibilidade à micorrização em condições de campo, variações nas características do solo afetam aspectos ecológicos dos fungos micorrízicos arbusculares nos plantios de eucalipto da Copener Florestal Ltda. no litoral norte da Bahia.In recent decades, alternative technologies have been studied in order to make the cultivation of eucalyptus more economical and sustainable. Among these, the mycorrhizal associations deserve mention because of the many benefits they provide to host plants. Mycorrhizal fungi (AMF form mutualistic association with plant roots, promoting greater uptake of nutrients to the host, which in turn yields products of photosynthesis to the fungus. With the establishment of the association, the plants become more resistant to adverse conditions such as nutrient-poor soil, low pH, high temperature, water stress, decreased microbial activity, among other biotic and abiotic stresses. This study aimed to evaluate the occurrence and activity of mycorrhizal fungi in eucalypt plantations used commercially by Copener Florestal Ltda. northern coast of Bahia. A high variability in

  11. Efeito de pré-cultivos sobre o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares e produção da mandioca Effect of pre-crops on the inoculum potential of arbuscular mycorrhizal fungi and cassava yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Adriano de Souza

    1999-10-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de pré-cultivos com adubos verdes sobre o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares e produção de mandioca (Manihot esculenta, Crantz. O experimento foi conduzido no campo experimental da Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia (CNPAB, em solo Podzólico Vermelho-Amarelo, localizado no Município de Seropédica, RJ, em parcelas experimentais de 30 m², dispostas em delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. Os pré-cultivos constaram de Canavalia ensiformis, Mucuna aterrima, Crotalaria juncea, Cajanus cajan e Sorghum bicolor (BR 005 e o tratamento-controle (solo mantido sem plantas. Após um período de 82 dias de crescimento, sobre as mesmas parcelas cultivou-se mandioca, por oito meses. A produtividade de raízes de mandioca variou de 12,76 a 17,20 t ha-1, porém não foi detectada diferença estatística entre os tratamentos. Foram identificadas 16 espécies de fungos micorrízicos arbusculares e foi constatado que o número de esporos de algumas espécies sofreu alteração da sua freqüência de ocorrência com os cultivos. O pré-cultivo com sorgo aumentou o número de propágulos infectivos em relação ao controle, demonstrando que o uso de espécies de plantas com capacidade para elevar o potencial de inóculo pode ser um bom caminho alternativo para resolver o problema de produção de inóculo para culturas micotróficas em campo.The effect of pre-crops on the inoculum potential (IP of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF and yield of cassava was evaluated on a Red-Yellow Podzolic soil in the field. The experiment was carried out at Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia (CNPAB, Seropédica, RJ, Brazil, in plots with 30 m² arranged in a randomised block design with four replications. As pre-crops, four legume species were used: Canavalia ensiformis, Mucuna aterrina, Crotalaria juncea and Cajanus cajan; and a grass Sorghum bicolor (BR 005 in relation to

  12. Isolamento e seleção de fungos causadores da podridão-branca da madeira em florestas de Eucalyptus spp. com potencial de degradação de cepas e raízes Isolation and screening of wood white rot fungi from Eucalyptus spp. forests with potential for use in degradation of stumps and roots

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Kunieda de Alonso

    2007-02-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou isolar fungos causadores da podridão-branca da madeira, a partir de basidiocarpos e de fragmentos de madeira de eucalipto coletados em várias regiões do país, bem como testar seu potencial de degradação de cepas e raízes mortas em plantios comerciais de eucalipto, após o corte raso. Para o isolamento dos fungos foi desenvolvido um meio de cultura de serragem de eucalipto-ágar. Dentre 292 isolados obtidos e submetidos ao teste de Bavendamm, 144 foram classificados como causadores de podridão-branca, capazes de produzir fenoloxidases. Dentre as nove relações C/N testadas, observou-se uma tendência de ocorrer maior degradação de cavacos naquelas iguais a 60 : 1, 200 : 1 e 300 : 1. Utilizando a relação C/N igual a 60 : 1, realizaram-se dois experimentos para avaliar a degradação de cavacos de Eucalyptus saligna por isolados fúngicos de podridão-branca. No primeiro experimento, avaliado aos 90 dias de incubação, foram selecionados sete isolados, que causaram perda de peso em cavacos superior ou igual à causada por Trametes versicolor, usado para comparação. No segundo experimento foram testados 46 isolados fúngicos. Dentre os mais eficientes estavam os sete isolados selecionados no primeiro teste, além de outros quatro isolados. Baseado na análise de DNA, seis isolados foram identificados, sendo três pertencentes à espécie Pycnoporus sanguineus, um ao gênero Peniophora sp., um ao gênero Pestalotiopsis sp. e um ao gênero Ganoderma sp.The aim of this work was to isolate native wood white-rot fungi from fungal fruit-bodies and eucalyptus wood fragments from different regions of Brazil and to test their potential for degrading dead stumps and roots in Eucalyptus plantings after harvest. Fungi isolates were obtained in a culture medium composed by Eucalyptus sawdust and agar. Among 292 isolates submitted to the Banvedamm test, 144 were classified as phenoloxidases producing isolates. Among nine C

  13. Detecção de fungos micorrízicos arbusculares em raízes de cafeeiro e de crotalária cultivada na entrelinha Detection of arbuscular mycorrhizal fungi in roots of coffee plants and crotalaria cultivated between rows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ARNALDO COLOZZI FILHO

    2000-10-01

    Full Text Available Avaliou-se a ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs no solo rizosférico e nas raízes de cafeeiro (Coffea arabica L. e de Crotalaria breviflora DC., cultivada na entrelinha como adubo verde. Amostras de solo rizosférico e raízes foram coletadas em julho de 1997, em parte de um experimento de longa duração conduzido no campo pelo Instituto Agronômico do Paraná, no município de Mirasselva, PR. Determinou-se a diversidade de FMAs, por meio da identificação morfológica dos esporos, a freqüência de ocorrência de populações de FMAs por meio da contagem direta de esporos no solo, e a colonização radicular. Extraiu-se DNA de raízes de cafeeiro colonizadas e não-colonizadas e de esporos de Acaulospora longula e Scutellospora gilmorei, coletados na rizosfera, realizando-se a PCR ("Polimerase chain reaction" com primers ITS ("Internal transcribed spacer" e comparando os perfis de bandas obtidos. O cultivo de crotalária na entrelinha do cafeeiro aumentou a concentração de esporos de FMAs na rizosfera do cafeeiro. A crotalária e o cafeeiro estimularam populações diferentes de FMAs. O gênero Acaulospora predominou na rizosfera do cafeeiro, e Scutellospora e Gigaspora na rizosfera da crotalária. Usando técnicas moleculares, foi possível caracterizar FMAs na rizosfera e nas raízes colonizadas do cafeeiro. O fungo micorrízico Scutellospora gilmorei, de ocorrência comum em cafeeiro e crotalária, não foi encontrado colonizando as raízes do cafeeiro. O uso de técnicas moleculares pode auxiliar no estudo da dinâmica populacional de FMAs no campo.The sporulation and occurrence of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF was evaluated in the coffee trees (Coffea arabica L. and Crotalaria breviflora DC. rhizosphere and roots. C. breviflora was intercropped for green manure of the coffee plants. Samples of rhizosphere soil and roots were collected in July of 1997 in a long-time experiment localized at the Instituto Agron

  14. Aplicação de formononetina na colonização e esporulação de fungos micorrízicos em braquiária Formononetin application on colonization and sporulation of arbuscular mycorrhizal fungi in Brachiaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cândido Barreto de Novais

    2009-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de aplicações de Mycoform na colonização micorrízica e esporulação de 13 isolados de fungos micorrízicos arbusculares em Brachiaria decumbens. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em solo esterilizado, com delineamento experimental inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 3x13, com cinco repetições. O produto foi aplicado no plantio e foi ou não aplicado uma segunda vez 60 dias depois, na quantidade de 2 mg kg-1 de solo. Aos 150 dias de crescimento das plantas, foram coletadas amostras de raízes e de solo rizosférico, para a avaliação de colonização radicular e densidade de esporos. Houve estímulo do Mycoform nos parâmetros avaliados, efeito que variou com os isolados estudados. Foi observado efeito significativo da aplicação do Mycoform na colonização das raízes pelos isolados Glomus clarum DCS 09 e DCS 10, Paraglomus occultum DCS 06 e Acaulospora delicata DCS 02 e na esporulação dos isolados G. clarum DCS 09 e DCS 10, P. occultum DCS 06 e DCS 31, Glomus etunicatum DCS 12, A. delicata DCS 30 e Kuklospora colombiana DCS 03. O incremento na esporulação atingiu 89% e, na colonização, 60%, o que confirma os benefícios da formononetina na colonização e na esporulação dos fungos micorrízicos arbusculares.The aim of this work was to evaluate the effects of Mycoform on both sporulation and colonization of 13 arbuscular mycorrhiza fungi (AMF isolates in Brachiaria decumbens. The experiment was carried out in greenhouse conditions with sterile soil, in a completely randomized design with 3x13 factorial treatments and five repetitions. The product was applied once at planting and was or was not applied a second time 60 days afterwards, at an amount of 2 mg kg-1 of soil. Plants were allowed to grow for 150 days, when root and rhizospheric soil samples were collected to evaluate the percentage of colonized root segments and the spore density. Mycoform

  15. Synthesis and antifungal activity of nicotinamide derivatives as succinate dehydrogenase inhibitors.

    Science.gov (United States)

    Ye, Yong-Hao; Ma, Liang; Dai, Zhi-Cheng; Xiao, Yu; Zhang, Ying-Ying; Li, Dong-Dong; Wang, Jian-Xin; Zhu, Hai-Liang

    2014-05-07

    Thirty-eight nicotinamide derivatives were designed and synthesized as potential succinate dehydrogenase inhibitors (SDHI) and precisely characterized by (1)H NMR, ESI-MS, and elemental analysis. The compounds were evaluated against two phytopathogenic fungi, Rhizoctonia solani and Sclerotinia sclerotiorum, by mycelia growth inhibition assay in vitro. Most of the compounds displayed moderate activity, in which, 3a-17 exhibited the most potent antifungal activity against R. solani and S. sclerotiorum with IC50 values of 15.8 and 20.3 μM, respectively, comparable to those of the commonly used fungicides boscalid and carbendazim. The structure-activity relationship (SAR) of nicotinamide derivatives demonstrated that the meta-position of aniline was a key position contributing to the antifungal activity. Inhibition activities against two fungal SDHs were tested and achieved the same tendency with the data acquired from in vitro antifungal assay. Significantly, 3a-17 was demonstrated to successfully suppress disease development in S. sclerotiorum infected cole in vivo. In the molecular docking simulation, sulfur and chlorine of 3a-17 were bound with PHE291 and PRO150 of the SDH homology model, respectively, which could explain the probable mechanism of action between the inhibitory and target protein.

  16. AVALIAÇÃO IN VITRO DA AÇÃO DA QUITOSANA E DE SEU DERIVADO QUATERNIZADO NA INIBIÇÃO DO CRESCIMENTO DO FUNGO PENICILLIUM EXPANSUM / IN VITRO EVALUATION OF CHITOSAN AND ITS QUATERNIZED DERIVATIVE ON THE INHIBITION OF PENICILLIUM EXPANSUM GROWTH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. D. Mendes

    2016-03-01

    Full Text Available Quitosana comercial de média massa molar (400.000 gmol-1e seu derivado quaternizado hidrossolúvel N,N,N-trimetilquitosana foram avaliados em condições laboratoriais, em análises in vitro, como agentes inibidores do crescimento de Penicillium expansum. Formulações nas concentrações de 0,1; 1,0; 5,0 e 10,0 gL-1 de cada polímero foram preparadas e adicionados em meio de cultura BDA sólido e aquoso. O fungo foi isolado de frutas contaminadas, cultivado e inoculado nos meios contendo os polímeros. Análises conduzidas por medida do crescimento de colônias em meio sólido e por contagem de esporos germinados em meio liquido (em câmara de Neubauer indicaram eficiência na redução da infestação por ambos os polímeros, porém em condições distintas. A quitosana apresentou elevada eficiência em meio líquido enquanto seu derivado foi eficaz na redução do crescimento em meio de cultura sólido, ambos em baixas concentrações (0,1 e 1,0 gL-1. Os resultados são discutidos com base nos mecanismos aceitos de ação antimicrobiana da quitosana, objetivando potenciais aplicações tópicas em frutos na condição pós-colheita.

  17. Fungos associados às sementes (Cariopses de cana-de-açúcar: métodos para detecção, incidência e relação entre incidência fúngica e ambiente de produção das sementes Sugarcane seedborne (Caryopses fungi: detection methods, incidence and relation between fungical incidence and seed production conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Dias Martins

    2009-09-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivos: determinar o método mais adequado para detecção e identificação de fungos associados às sementes (cariopses de cana-de-açúcar; caracterizar os fungos associados; verificar as incidências nessas sementes e relacionar a incidência fúngica nessas sementes com o ambiente onde foram produzidas. Para detecção do método mais adequado, foram comparados dois substratos, em placas de Petri: agar-água com papel quadriculado e papel de filtro. Utilizaram-se placas de Petri de plástico e de vidro do tipo pirex, para verificar a influência do recipiente. Também foram comparados dois regimes de luz (12 h luz branca fluorescente/12 h escuro e escuro contínuo. As sementes foram mantidas durante sete dias sob temperatura constante de 28 2ºC, quando se procedeu à avaliação. Os requisitos para comparação dos métodos foram sensibilidade, economicidade e praticidade. A partir do método determinado como o mais adequado, foi realizada análise sanitária de 29 cruzamentos dos anos de 2002, 2003 e 2004, caracterizando os fungos associados e verificando as incidências. Posteriormente, compararam-se estas incidências com as condições ambientes, de temperatura e umidade relativa, em que as sementes foram produzidas no programa de melhoramento genético. O método considerado mais adequado, de acordo com os parâmetros analisados, foi o do papel de filtro em placa de Petri de plástico e incubação sob regime de luz (12 h luz branca fluorescente/12 h escuro. Os fungos detectados foram: Alternaria alternata; Aspergillus sp.; Bipolaris sacchari; três grupos morfológicos distintos pertencentes ao gênero Bipolaris; dois grupos morfológicos de Cladosporium; Colletotrichum sp.; três grupos morfológicos de Curvularia; Epicoccum sp.; Fusarium verticillioides; Fusarium semitectum; Leptosphaerulina sp.; Nigrospora sp.; Penicillium sp.; Periconia sp.; Phoma herbarum; Rhizopus sp. e Trichoderma sp. Os mais

  18. Síntese e caracterização de um novo composto obtido pela reação entre hidreto de trifenilestanho e ácido (±-mandélico e avaliação de seu potencial biocida sobre o fungo Fusarium oxysporum f. sp. cubense Synthesis, characterization and evaluation of the biocide effect on the fungus Fusarium oxysporum f. sp. cubense of a new compound obtained by reaction of triphenyltin hydride and (±-mandelic acid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Santos Barbiéri

    2006-06-01

    Full Text Available O presente artigo refere-se à síntese e caracterização de um novo composto organoestânico, pela reação de ácido (±-mandélico e hidreto de trifenilestanho, em meio de acetonitrila e sob refluxo, [(C6H52SnMand 2] {Mand = C6H5CH(OHCOO], identificado por análise elementar de carbono e hidrogênio, espectroscopia no infravermelho e espectrometria de massa de alta resolução, para o qual foi proposta estrutura octaédrica com o grupo fenila em posição trans. Verificou-se que o composto apresenta ação biocida sobre o fungo Fusarium oxysporum f. sp. cubense, sendo mais efetivo que o ácido (±-mandélico livre. No entanto, a atividade biocida do composto foi menos intensa que a observada para cloreto de estanho hidratado, acetato de trifenilestanho e hidreto de trifenilestanho, empregados para fins de comparação. Nos testes de germinação de conídios e microconídios do mesmo fungo, na presença de [(C6H52SnMand 2], os índices de germinação ficaram abaixo de 11%.The present paper refers to the synthesis and characterization of a new organotin compound that was obtained by reaction of (±-mandelic acid with triphenyltin hydride in acetonitrile medium under reflux. According to hydrogen and carbon elemental analysis, infrared spectroscopy and high resolution mass spectrometry the formula of such compounds is (C6H52SnMand 2 {Mand = C6H5CH(OHCOO}. An octahedral complex, with the phenyl groups in trans position was proposed for its structure. It was observed that this compound was active against the fungus Fusarium oxysporum f. sp. cubense. The biocide effect was more intense than the one observed for(±-mandelic acid. However, it was less efficient than tin chloride hydrate, triphenyltin acetate and triphenyltin hydride. In germination assays with conides and microconides of the same fungus in the presence of [(C6H52SnMand 2], the germination rates were below 11%.

  19. Effect of powdered spice treatments on mycelial growth, sporulation and production of aflatoxins by toxigenic fungi Efeito de tratamentos com condimentos em pó sobre o crescimento micelial, esporulação e produção de aflatoxinas por fungos toxigênicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sára Maria Chalfoun

    2004-08-01

    Full Text Available The effect of ten powdered spice plants was evaluated at the concentration of 1, 2, 3 and 4% to observe the mycelial growth and sporulation of Aspergillus niger and Eurotium repens. The spices were added to the culture media PDA and CYA20S. Clove completely inhibited the mycelial growth of the tested fungi. The other spices: cinnamon, garlic, thyme, mint, anis, oregano and onion were, in a decreasing order, promising antifungals. Bay leaf and basil did not show a pronounced fungistatic effect. The antitoxigenic potential of the spices was tested against one aflatoxin-producing strain of AspergiIIus flavus. The spices were tested at the same concentrations previously mentioned and were added to the culture medium YES, appropriate for the production of those metabolites. Clove completely inhibited the mycelial growth of Aspergillus flavus. Cinnamon and anis totally inhibited the production of Bl and B2 aflatoxin. Both bay leaf and basil inhibited the synthesis of aflatoxin starting from the concentration of 2%. The other spices did not have a pronounced antiaflatoxigenic effect.O efeito de dez plantas condimentares em pó foi avaliado nas concentrações de 1, 2, 3 e 4%, para observar o desenvolvimento micelial e esporulação de Aspergillus niger e Eurotium repens. Os condimentos foram adicionados aos meios de cultura BDA e CYA 20S. O cravo inibiu completamente o desenvolvimento micelial dos fungos testados. Os outros condimentos: canela, alho, tomilho, menta, erva-doce, orégano e cebola foram, em ordem decrescente, antifúngicos promissores. Louro e manjericão não apresentaram um efeito fungistático pronunciado. O potencial antitoxigênico dos condimentos foi testado contra uma cepa de Aspergillus flavus, produtora de aflatoxina. Os condimentos foram testados nas mesmas concentrações previamente mencionadas e foram adicionados ao meio de cultura YES, apropriado para a produção daqueles metabólitos. O cravo inibiu completamente o

  20. Influência da calagem, da época de colheita e da secagem na incidência de fungos e aflatoxinas em grãos de amendoim armazenados Storage peanut kernels fungal contamination and aflatoxin as affected by liming, harvest time and drying

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Antonia Vieira Rossetto

    2005-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a contaminação e o potencial para síntese de aflatoxinas pelos isolados do grupo Aspergillus flavus em grãos armazenados de amendoim (Arachis hypogaea L., que foram produzidos com distintos procedimentos de calagem, de colheita e de secagem. Para isto, foram avaliadas doze amostras de grãos de amendoim, cv. Botutatu, provenientes de plantas cultivadas em área que recebeu ou não a aplicação de calcário, colhidas aos 104, 114 e 124 dias após a semeadura e secas em condições ambientais e em estufa. Aos 12 e 18 meses de armazenamento, os grãos foram tratados com hipoclorito de sódio e incubados em BDA, a 20°C, por cinco dias. As espécies do grupo Aspergillus flavus foram identificadas após incubação em meio ADM. Posteriormente, o potencial toxígeno foi avaliado pelo método da cromatografia de camada delgada. A análise da freqüência de fungos revelou que os grãos de amendoim armazenados estavam contaminados por Aspergillus spp., Penicillium spp. e Fusarium spp. Os grãos de amendoim, provenientes da colheita antecipada, apresentaram maior contaminação pelo grupo Aspergillus flavus, sendo menor a proporção destes com potencial toxígeno.The objective of this work was to evaluate the effect of the storage on the potential of aflatoxin production by isolates from Aspergillus flavus group in peanut (Arachis hypogaea L.. These kernels were obtained from a field experiment with two areas (with or without lime, three times of harvest (104, 114 and 124 days after planting and two types of dryer conditions (ambient and chamber with forced air. After 12 and 18 months of storage, the kernels were treated with sodium hypochloride and incubated in a PDA at 20°C during five days. The isolates from Aspergillus flavus group were identified after incubation in ADM culture medium. The toxigenic potential was analyzed by thin layer chromatography. The genera detected were Aspergillus, Penicillium and

  1. Produção de mudas de goiabeira (Psidium guajava L., inoculadas com o fungo micorrízico arbuscular Glomus clarum, em substrato agro-industrial Production of guava ( Psidium guajava L. plants inoculated with arbuscular mycorrhizal fungi Glomus clarum, in agro-industrial substrate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOLIMAR ANTONIO SCHIAVO

    2002-08-01

    Full Text Available Conduziu-se um experimento em casa de vegetação, com o objetivo de avaliar o crescimento de mudas de goiabeira (Psidium guajava L., produzidas em blocos prensados, confeccionados com resíduos agro-industriais, e inoculadas com o fungo micorrízico arbuscular (FMA Glomus clarum Nicolson & Schenck. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 2, sendo 2 tratamentos microbiológicos: controle e FMA; e 2 sistemas de produção de mudas: blocos prensados (nova metodologia e tubetes plásticos (tradicional, com 5 repetições. O substrato utilizado para a confecção dos blocos prensados e enchimento dos tubetes foi constituído por uma mistura de bagaço de cana-de-açúcar e torta de filtro (3:1 v/v. O FMA proporcionou aumentos significativos na produção de matéria seca, conteúdo de N e P da parte aérea da goiabeira, apenas no sistema de produção das mudas em blocos prensados. Mudas produzidas e inoculadas em blocos prensados mostraram um aumento de 88% na matéria seca da parte aérea, 82% e 89% para os conteúdos de nitrogênio e fósforo da parte aérea, respectivamente, em relação ao tratamento-controle.A greenhouse experiment was carried out to evaluate the growth of guava plant seedlings, inoculated with arbuscular mycorrhizal fungi (AMF, Glomus clarum Nicolson & Schenck, produced in pressed blocks made with agro-industrial residues. The experimental design utilized was a completely randomized in factorial 2x2, having two microbiological treatments: control and inoculated; two systems of production: pressed blocks (new methodology and plastic tubes (traditional, with 5 repetitions. The substrate utilized to make the pressed blocks and to fill the plastic tubes was constituted by a mixture of sugarcane bagasse and filter cake (3:1 v/v. The AMF inoculation led to a significant increase in dry matter yield and nutrients content of shoot plants, only in pressed blocks. Plants produced in

  2. Ação do fungo Beauveria bassiana (Balsamo Vuillemin, 1912 sobre a fase parasitária do carrapato Anocentor nitens (Neumann, 1897 Schulze, 1937 (Acari: ixodidae Action of the fungus Beauveria bassiana (Balsamo Vuillemin, 1912 on the parasitic phase of the tick Anocentor nitens (Neumann, 1897 Schulze, 1937 (Acari: ixodidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Gonzalez Monteiro

    2003-06-01

    Full Text Available A patogenicidade do fungo Beauveria bassiana (isolado 986 foi avaliada no desenvolvimento da fase parasitária do Anocentor nitens, acompanhando o desenvolvimento de larvas não alimentadas até o estágio adulto. Foram utilizados dois tratamentos e um grupo controle com cinco repetições cada. No tratamento 1 (T1, as orelhas dos bovinos foram banhadas com a suspensão fúngica de 10(8 conídios ml-1; no tratamento 2 (T2, as orelhas foram banhadas com água destilada e espalhante adesivo. No grupo controle (C, as orelhas foram banhadas com água destilada. Após 24 horas dos tratamentos, as orelhas de cada animal foram infestadas com 100mg de larvas. Os parâmetros analisados, em cada tratamento, foram: número e peso de fêmeas recuperadas; períodos de pré-postura, postura, incubação, eclosão e longevidade; percentual de eclosão; peso da massa de ovos e da quenógina; índices de eficiência reprodutiva e nutricional. Verificou-se que, no T1 e T2, o número de fêmeas recuperadas, após 35 dias, foi significantemente menor (PThis study evaluated the pathogenicity of the fungus Beauveria bassiana (Isolate 986 on the development of the parasitic phase of Anocentor nitens by accompanying the development of unfed larvae until the adult stage. Two treated and one control group were used with five repetitions each. In the first treated group (T1, cattle ears were bathed with a fungal suspension of 10(8 conidia ml-1, second treated group (T2, the ears were bathed with distilled water and Tween 80 1% and the control group (C, the ears were bathed with distilled water. One day after treatment, the ears of each animal were infested with 100 mg of larvae. The parameters analyzed in each treatment were: number and weight of females recovered; periods of pre-oviposition, oviposition, incubation, eclosion and longevity; percentage of eggs hatched; weight of the egg mass and of females after oviposition. We found that in the two treated groups the

  3. Capacidade infectiva de fungos micorrízicos arbusculares em áreas reflorestadas após mineração de bauxita no Pará Infective capacity of arbuscular mycorrhizal fungi in reforested areas after bauxite mining in the Pará State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lucy Caproni

    2003-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade infectiva das espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA e relacionála com o número mais provável (NMP de propágulos infectivos e número de esporos extraídos diretamente do campo. Amostras de solo foram coletadas em áreas degradadas pela mineração de bauxita com cobertura de 2, 6, 12 e 16 anos após revegetação e em uma área de floresta primária, em Porto Trombetas, PA. Os esporos de FMA foram extraídos e identificados taxonomicamente por suas características morfológicas. A maioria das espécies apresentou comportamento diferente nas áreas em estudo. Glomus macrocarpum foi a que apresentou infectividade mais rápida e alto potencial infectivo, nos solos das cinco áreas estudadas. Esta espécie também apresentou alto NMP de propágulos e alto número de esporos em todas as áreas estudadas. A capacidade infectiva das espécies não está relacionada com a densidade de propágulos. As espécies de FMA possuem diferentes graus de tolerância às condições de solo e se comportaram de maneira diferente de acordo com a idade da revegetação.The objective of this work was to evaluate the infective capacity of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF species and relate it to the most probable number (MPN of infective propagules and number of spores extracted directly from the field. Soil samples were taken from areas degraded by bauxite mining, 2, 6, 12 and 16 years after reforestation and from an area of primary forest. The spores were extracted and morphologically identified. Most of the species had different behavior for the areas of study. Glomus macrocarpum showed fast infectivity in soils with high infective potential, independently of the soil origin. This species also showed high MPN values of infective propagules and high number of spores in all areas. The infective capacity of the species did not relate to the density of infective propagules. AMF species have different

  4. Filamentous fungi and agro-industrial residues selection for enzyme production of biotechnological interestSeleção de fungos filamentosos e de resíduos agroindustriais para a produção de enzimas de interesse biotecnológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erivelton César Stroparo

    2012-12-01

    Full Text Available Many fungal enzymes have relevant applications in different industrial areas. The objective of this work was to select fungi producing hydrolytic enzymes, as well as establish agro-industrial wastes capable of inducing higher production levels. Xylanase, endoglucanase, amylase and poligalacturonase activities were determined by incubating the culture filtrates with their respective substrates. Subsequently, the reducing sugars determination was carried out using 3,5-dinitrosalicylic acid reagent.The protein determination was performed according the modified Bradford method. Among the fungal strains evaluated, Aspergillus niger J4 showed higher levels of xylanase production (8.73 ± 0.34 U/ml and this was greatest when brewer’s spent grain was used as substrate (9.80 ± 0.02 U/ml. Penicillium miczynskii produced the highest levels of endoglucanasic activity (0.13 ± 0.03 U/ml, which, in turn, was favored in the pineapple peel presence (0.18 ± 0.02 U/ml. In relation to amylase, A. niger J26 was selected as the best producer strain (6.10 ± 0.30 U/ml with wheat bran as the best substrate for their production (7.32 ± 0.14 U/ml. Penicillium verruculosum exhibited the highest level of poligalacturonase activity (8.65 ± 0.12 U/ml, especially when grown in orange peel presence (10.32 ± 0.10 U/ml. These wastes use in these enzymes production may not only reduce their production cost, but also substantially reduce the environmental impact caused by the deposition of these wastes on the environment.Muitas enzimas produzidas por fungos têm relevantes aplicações em diferentes áreas industriais. O objetivo deste trabalho foi selecionar fungos filamentosos produtores de enzimas hidrolíticas, bem como estabelecer os resíduos agroindustriais capazes de induzir maiores níveis de produção. As atividades xilanásica, endoglucanásica, amilásica e poligalacturonásica foram determinadas incubandose os filtrados de cultura com seus respectivos

  5. Alterações lipídicas em pacientes com câncer colorretal em fase pós-operatória: ensaio clínico randomizado e duplo-cego com fungos Agaricus sylvaticus Lipidic alterations in patients with colorectal cancer in post-surgery phase: a randomized and double-blind clinical trial with Agaricus sylvaticus fungus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Costa Fortes

    2008-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Alterações no metabolismo lipídico são comuns em pacientes com câncer. Fungos medicinais podem exibir atividade hipolipidêmica. OBJETIVO: Avaliar os efeitos da suplementação dietética com fungos Agaricus sylvaticus no perfil lipídico de pacientes com câncer colorretal em fase pós-operatória. MÉTODOS: Ensaio clínico randomizado, duplo-cego, placebo-controlado, realizado no Hospital de Base do Distrito Federal por seis meses. Amostra constituída por 56 pacientes, estádios I, II e III, separados em dois grupos: placebo e suplementado com Agaricus sylvaticus (30mg/kg/dia. Resultados analisados pelos programas Microsoft Excel 2003 e SPSS 14.0 com p = 0.05. RESULTADOS: O grupo Agaricus sylvaticus apresentou níveis séricos iniciais de colesterol total de 207.36±52.67mg/dL, lipoproteína de baixa densidade de 120.79±44.02mg/dL e triglicérides de 181.64±187.52mg/dL. Após seis meses de suplementação, observou-se redução para 191.11±39.72mg/dL (p = 0.01, 103.08±39.20mg/dL (p = 0.0001 e 168.04±146.91mg/dL (p = 0.18, respectivamente. No grupo placebo, observou-se aumento não-significativo de colesterol total (p = 0.08 e aumento significativo de lipoproteína de baixa densidade (p = 0.01 e triglicérides (p = 0.0001. Não foram observadas, em ambos os grupos, alterações significantes nos níveis de lipoproteína de alta densidade e lipoproteína de muito baixa densidade. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que a suplementação dietética com Agaricus sylvaticus pode melhorar significativamente o perfil lipídico de pacientes com câncer colorretal em fase pós-operatória.INTRODUCTION: Alterations in the lipidic metabolism are common in patients with cancer. Medicinal fungus may show hypolipidemic activity. OBJECTIVE: To evaluate the effects of dietary supplementation with Agaricus sylvaticus fungus in lipidic profile of patients with colorectal cancer in post-surgery phase. MEHTODS: Randomized, double

  6. Proteolytic activities of bacteria, yeasts and filamentous fungi isolated from coffee fruit (Coffea arabica L. = Atividade proteolítica de bactérias, leveduras e fungos filamentosos presentes em grãos de café (Coffea arabica L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Pereira Rodarte

    2011-07-01

    Full Text Available One hundred forty-four microorganisms previously isolated from coffee fruit (Coffea arabica were grown on casein agar to evaluate their proteolytic activities. Fifty percent of filamentous fungi, 52.5% of bacteria and 2.6% of yeasts were able to secrete proteases. Positiveisolates were further examined in liquid culture for their protease activities by hydrolysis of casein at different pH values (5.0, 7.0 and 9.0 at 30 oC. Bacillus megaterium, B. subtilis, Enterobacteragglomerans, Kurthia sp, Pseudomonas paucimobilis and Tatumella ptyseos demonstrated the highest proteolytic activities at pH 9.0. One yeast isolate, Citeromyces matritensis, had a proteolytic activityof 2.40 U at pH 5.0. Aspergillus dimorphicus, A. ochraceus, Fusarium moniliforme, F. solani, Penicillium fellutanum and P. waksmanii showed the highest activities. Of the bacterial isolates, the highestenzyme activities were observed in B. subtilis 333 (27.1 U, Tatumella ptyseos (27.0 U and B. megaterium 817 (26.2 U. Of the filamentous fungi, Aspergillus ochraceus (48.7 U, Fusarium moniliforme 221 (37.5 U and F. solani 359 (37.4 U had the highest activities at pH 9.0. Este trabalho teve por objetivos avaliar a capacidade de secreção de proteases extracelulares por 144 microrganismos, previamente isoladosde grãos de café (Coffea arabica durante fermentação por via seca, e determinar a atividade das enzimas produzidas. Os microrganismos foram cultivados em ágar-caseína para avaliação da produção de enzimas proteolíticas. Dos 40 isolados de bactéria presentes na amostra, 52,5% apresentaram resultado positivo para o teste. Considerando os 66 isolados de fungos filamentosos, 50% foram capazes de secretar proteases, enquanto que dos 38 isolados de leveduras, apenas 2,6% conseguiram promover a hidrólise da caseína do meio. Os isolados que apresentaram capacidade de secreção de proteases foram, posteriormente, cultivados em meio líquido para a determinação da atividade

  7. USO DEL BAGAZO ENRIQUECIDO CON EL HONGO Pleurotus ostreatus, EN DIETAS PARA BOVINOS ESTABULADOS EN CEBA UTILIZAÇÃO DO BAGAÇO ENRIQUECIDO COMO FUNGO Pleurotus ostreatus, EM DIETAS PARA BOVINOS ESTABULADOS EM ENGORDA Pleurotus ostreatus ENRICHED SUGAR CANEHUSKS UTILIZATION ON INDOOR CATTLEFATTENING DIETS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    NATALIA LIZETTE CASTAÑO

    2012-12-01

    Full Text Available En la elaboración de la panela, entre el 40 y 54% es bagazo, el cual se caracteriza portener baja proteína y energía, altos compuestos lignocelulósicos, acompañado de una baja digestibilidad, por ello, tradicionalmente ha sido utilizado como combustiblepara las hornillas. El presente trabajo, evaluó el uso del bagazo enriquecido con el hongo Pleurotus ostreatus, como suplemento en dietas para bovinos, frente a otros tratamientos con y sin suplementación comercial. A todos los animales se les suministró una dieta balanceada que consistía en 18 Kg de pasto king grass (Saccharum sinense, 6 Kg de caña (Saccharum officinarum, 3 Kg de cogollo de caña (Saccharum officinarum, 3 Kg de gallinaza y 0,6 Kg de miel de panela, y suplemento ofrecido ad libitum a los tratamientos que lo requerían. Se analizaron las variables ganancia diaria de peso, conversión alimenticia, consumo de materiaseca y el efecto costo beneficio de la suplementación. No se presentaron diferencias significativas (PNa elaboração da rapadura, entre o 40% e 54% é bagaço, o qual se caracteriza por ter baixa proteína e energia, alto composto lignocelulósicos, acompanhado por uma baixa digestibilidade, portanto, tradicionalmente tem sido usado como combustível para os queimadores. Este trabalho avaliou o uso do bagaço enriquecido com o fungo Pleurotus ostreatus como suplemento em dietas para bovinos, comparado com outros tratamentos com e sem suplementação comercial. Aos animais todos foi subministrado uma dieta equilibrada que consistia de 18 Kg de grama king grass (Saccharum sinense, 6 Kg de cana (Saccharum officinarum, 3 Kg de broto de cana (Saccharum officinarum, 3 Kg de estrume e 0,6 Kg de mel de rapadura e suplemento oferecido ad libitum aos tratamentos que o requeiram. Analisaram-se as variáveis: ganho diário de peso, conversão alimentar e consumo de matéria seca e o efeito de custo benefício da suplementação. Não apresentaram diferen

  8. Production of xylanase and CMCase on solid state fermentation in different residues by Thermoascus aurantiacus miehe Produção de xilanase e CMCase por fermentação em estado sólido em diferentes resíduos pelo fungo termofílico Thermoascus aurantiacus miehe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto da Silva

    2005-09-01

    Full Text Available The use of waste as raw material is important for government economy and natural balance. The purpose of this work was to study the production of CMCase and xylanase by a Brazilian strain of Thermoascus aurantiacus in solid state fermentation (SSF using different agricultural residues (wheat bran, sugarcane bagasse, orange bagasse, corncob, green grass, dried grass, sawdust and corn straw as substrates without enrichment of the medium and characterize the crude enzymes.The study of the extracellular cellulolytic and hemicellulolytic enzymes showed that T. arantiacus is more xylanolytic than cellulolytic. The highest levels of enzymes were produced in corncob, grasses and corn straw. All the enzymes were stable at room temperature by 24 h over a broad pH range (3.0-9.0 and also were stable at 60ºC for 1 h. The optimum pH and temperature for xylanase and CMCase were 5.0-5.5 and 5.0 and 75ºC, respectively. The microorganism grew quickly in stationary, simple and low cost medium. The secreted extracellular enzymes presented properties that match with those frequently required in industrial environment.O emprego de residuos como matéria prima é importante como estrategia governamental e para o balanço ambiental. O propósito deste trabalho foi estudar a produção de CMCase e xilanase de uma linhagem de Thermoascus aurantiacus isolado de solo brasileiro em fermentação em estado sólido (SSF usando diferentes resíduos agrícolas (farelo de trigo, bagaço de cana, bagaço de laranja, sabugo de milho, grama verde, grama seca, serragem de eucalipto e palha de milho como substratos sem enriquecimento dos meios e caracterizar as enzimas. O estudo das enzimas hemiceluloliticas extracelulares mostrou que o fungo T. arantiacus é mais xilanolítico do que celulolítico. Ele produziu maiores níveis das enzimas em meios contendo sabugo de milho, grama e palha de milho. Todas as enzimas foram estáveis por 24 h à temperatura ambiente numa ampla faixa

  9. Patterns of diversity and abundance of fungus-growing ants (Formicidae: Attini in areas of the Brazilian Cerrado Padrões de diversidade e abundância de formigas cultivadoras de fungo (Formicidade: Attini em áreas do Cerrado Brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heraldo L. Vasconcelos

    2008-09-01

    Full Text Available Fungus-growing ants (tribe Attini are characteristic elements of the New World fauna. However, there is little information on the patterns of diversity, abundance, and distribution of attine species in their native ecosystems, especially for the so-called "lower" genera of the tribe. A survey of attine ant nests (excluding Atta Fabricus, 1804 and Acromyrmex Mayr, 1865 was conducted in a variety of savanna and forest habitats of the Cerrado biome near Uberlândia, Brazil. In total, 314 nests from 21 species of nine genera were found. Trachymyrmex Forel, 1893 was the most diverse genus with 10 species. Eighteen species were found in the savannas, including Mycetagroicus cerradensis Brandão & Mayhé-Nunes, 2001, a species from a recently-described genus of Attini, whereas in the forests only 12 species were found. Forest and savannas support relatively distinct faunas, each with a number of unique species; the species present in the forest habitats did not represent a nested subset of the species found in the savannas. Furthermore, although many species were common to both types of vegetation, their abundances were quite different. The density of attine nests is relatively high at some sites, exceeding an estimated 4,000 nests per hectare. In this sense, attine ants can be regarded as prevalent invertebrate taxa in the Brazilian Cerrado.As formigas cultivadoras de fungos (tribo Attini são exclusivas da fauna do Novo Mundo. Entretanto, existem poucas informações sobre os padrões de diversidade, abundância e distribuição das espécies de Attini em seus ecossistemas nativos, em especial para os gêneros menos derivados desta tribo. Um levantamento de ninhos de Attini (excluindo Atta Fabricius, 1804 e Acromyrmex Mayr, 1865 foi realizado em diversos ambientes savânicos e de floresta do bioma Cerrado próximos à Uberlândia, Brasil. Encontramos 314 ninhos de 21 espécies pertencentes a nove gêneros da tribo. Trachymyrmex Forel, 1893 foi o g

  10. Rendimento de massa seca e absorção de fósforo pelo milho afetado pela aplicação de fósforo, calcário e inoculação com fungos micorrízicos Dry matter of corn and phosphorus uptake as affected by liming, rates of phosphorus, and mycorrhizae inoculation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio Cesar Pires Santos

    1996-04-01

    Full Text Available A colonização do sistema radicular com micorrizas pode aumentar a absorção de P e com isto aumentar o crescimento das plantas, o que parece ser mais comum em solos com baixa disponibilidade de P. No presente trabalho, a inoculação com fungos micorrízicos arbusculares (FMA, objetivou avaliar seu efeito na morfologia do sistema radicular, na produção de massa seca e na absorção de fósforo pelo milho. Utilizou-se o latossolo bruno argiloso, e os tratamentos consistiram de dois valores de pH (4,8 e 5,5, duas doses de fósforo (25 e 100mg P/kg de solo e inoculação com FMA. O experimento foi conduzido em casa de vegetação com cinco repetições, distribuídas no delineamento experimental completamente casualisado. Aos 46 dias após a emergência as plantas foram colhidas, e nelas determinou-se a produção de massa seca de parte aérea e de raízes, o comprimento e o raio médio radicular. a porcentagem e intensidade de colonização micorrízica e a absorção de fósforo. A inoculação com FMA aumentou a CM mas não afetou a produção de massa seca e absorção de fósforo pelo milho, embora as raízes mostrassem menor comprimento, indicando que as hifas extraradiculares compensaram o crescimento radicular. A adição de fósforo e a elevação do pH aumentaram a massa seca da parte aérea e raízes, a absorção de fósforo e o comprimento radicular.The existence of mycorrhiza in the plant roots may increase phosphorus uptake and thus crop yield. This effect, however, seems to occur only in phosphorus deficient soils. The objetive of this work was to evaluate the effect of soil pH, rates of phosphorus addition, and mycorrhiza inoculation on dry matter yield of corn and on phosphorus uptake. The experiment was run in a greenhouse, using an oxisol, with five replicates per treatment distributed in a completely randomized experimental design. The tr