WorldWideScience

Sample records for fratura da concha

  1. Resultados tardios do tratamento video assistido em fraturas da face : avaliação preliminar

    OpenAIRE

    1999-01-01

    Orientador: Antonio Carlos Ligocki Campos Co-orientador: Chen Lee Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana Resumo: Avaliamos os resultados tardios do tratamento vídeo assistido em fraturas do assoalho orbitário, malar e subcondilianas da mandíbula. A redução vídeo assistida e fixação interna rígida foram empregadas num grupo de 24 pacientes (28 fraturas) operados no período compreendido entre janeiro de 1996 e outubro de 1997. Dez pacientes foram tratados com fraturas ...

  2. Avaliação funcional da fratura da extremidade distal do rádio

    OpenAIRE

    Raffone,Adriana Maisonnave

    2008-01-01

    Introdução: As fraturas da extremidade distal do rádio (FEDR) apresentam alta incidência e são comuns em indivíduos de idade avançada. As FEDR são particularmente freqüentes em mulheres pós-menopausa, dada à ocorrência de osteoporose nesta faixa etária. Estimase que uma em cada sete mulheres acima dos 50 anos apresenta fratura do rádio distal ao longo da vida. A avaliação funcional após o tratamento das FEDR necessita ser mais detalhadamente investigada. Até o momento, poucas escalas funciona...

  3. Fraturas da diáfise da tíbia Tibial shaft fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kodi Edson Kojima

    2011-04-01

    Full Text Available A fratura de osso longo mais frequente é a da diáfise da tíbia, e seu tratamento adequado evita o aparecimento de falhas da consolidação, consolidação viciosa e reoperações. Para classificar a fratura ainda se utiliza a classificação AO/OTA, mas vale a pena conhecer a classificação de Ellis, que também inclui a avaliação da lesão das partes moles. A síndrome compartimental é uma associação frequente, e o diagnóstico precoce pode ser feito precocemente com avaliação dos parâmetros clínicos e uma monitorização clínica constante. Feito o diagnóstico, deve-se realizar a fasciotomia. A avaliação da consolidação sempre é difícil, mas o método de RUST pode ajudar nessa avaliação. Avalia-se a radiografia em duas projeções, dando-se pontos para a presença da linha de fratura e a presença de calo ósseo visível. Hoje em dia se discute o dogma das seis horas para a limpeza da fratura exposta. Considera-se de mais importância o início precoce da antibioticoterapia endovenosa e a gravidade da lesão. A questão do fechamento precoce ou tardio da lesão em uma fratura exposta passou por várias fases, com épocas se indicando o fechamento precoce e épocas o tardio. Atualmente se preconiza, sempre que possível, o fechamento precoce da lesão, pois isso diminui o risco de infecção. A fresagem do canal quando da introdução da haste intramedular ainda é um assunto controverso. Apesar de fortes posições pessoais a favor da fresagem, os estudos mostram haver alguma vantagem nas fraturas fechadas, mas não nas expostas.The long-bone fractures occur most frequently in the tibial shaft. Adequate treatment of such fractures avoids consolidation failure, skewed consolidation and reoperation. To classify these fractures, the AO/OTA classification method is still used, but it is worthwhile getting to know the Ellis classification method, which also includes assessment of soft-tissue injuries. There is often an

  4. Estudo morfométrico da concha de Lymnaea columella say, 1817 (Mollusca, Gastropoda, Pulmonata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene T. Ueta

    1980-12-01

    Full Text Available Foram estudadas variações morfométricas de conchas de L. columella, provenientes de dez criadouros localizados nos seguintes municípios do Estado de São Paulo: - Campinas, Americana, Atibaia, Pirassununga, Caçapava e Taubaté. Foram analisados os diferentes tipos de ambientes onde as limneas são encontradas com maior freqüência, estabelecendo-se a época do ano com maior abundância em espécimes, que correspondeu aos meses de julho a outubro. As medidas nas conhas dos diferentes criadouros referiram-se ao comprimento e largura da concha, comprimento e largura da abertura, comprimento da espira e número de voltas. Foram estabelecidos os coeficientes de correlação e de regressão e realizadas análises de variância entre as medidas tomadas e os índices obtidos da relação entre largura/comprimento da concha. Estas conchas foram comparadas com as de L. columella, L. viator, L. cubensis da coleção do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Para a maioria das medidas as conchas mostraram proporções constantes, embora apresentassem diferenças em relação ao desenvolvimento. A maior variação foi observada em relação ao comprimento da espira. As variações morfométricas das conchas foram relacionadas com alguns fatores externos como pH, alcalinidade, dureza e teor da água. Aparentemente apenas a dureza total da água influiu na consistência das conchas.

  5. Tratamento das fraturas distais da tíbia Treatment of distal fractures of the tibia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro José Labronici

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados da fixação ou não da fíbula no tratamento das fraturas do terço distal da tíbia, com haste intramedular e placa em ponte. MÉTODOS: foram 47 fraturas em 47 pacientes, sendo que em 21 pacientes foi utilizada a haste intramedular bloqueada não fresada e em 26 a placa em ponte (placa de compressão dinâmica larga ou estreita pela técnica minimamente invasiva. Todas as fraturas da fíbula se encontravam no mesmo nível ou abaixo da fratura da tíbia. RESULTADOS: No grupo tratado com fixação da fíbula, a média do tempo de consolidação foi de 14,6 semanas. No grupo tratado sem fixação da fíbula, a média do tempo de consolidação foi de 14,3 semanas. No grupo de pacientes tratados com fixação da fíbula observou-se uma proporção de desvio angular em varo (6,3% significativamente menor que o subgrupo sem fixação de fíbula (32,3%, e com desvio angular em valgo (62,5% significativamente maior que o grupo sem fixação de fíbula (32,3%. CONCLUSÃO: Os benefícios da fixação da fíbula permanecem ainda controversos quando ocorrem fraturas associadas com a tíbia Em relação à consolidação, não houve diferença significativa. Em relação à consolidação, não houve diferença significativa entre os grupos.OBJECTIVE: to compare the results of fibula fixation (or non fixation in the treatment of fractures located in the distal third of the tibia, by using intramedullary nailing and bridge plate. METHOD: 47 fractures on 47 patients were studied. Twenty-one patients were treated with non-reamed, interlocking intramedullary nailing, and 26 patients were treated with wide or narrow dynamic compression plates (using a minimally invasive technique. All of the fibular fractures were located at the same level or below tibial fractures. RESULTS: in the group of patients treated with fibula fixation, the average healing time was 14.6 weeks. In the group of patients treated without fibula fixation

  6. Estudo morfométrico da concha de Lymnaea columella say, 1817 (Mollusca, Gastropoda, Pulmonata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene T. Ueta

    1980-12-01

    Full Text Available Foram estudadas variações morfométricas de conchas de L. columella, provenientes de dez criadouros localizados nos seguintes municípios do Estado de São Paulo: - Campinas, Americana, Atibaia, Pirassununga, Caçapava e Taubaté. Foram analisados os diferentes tipos de ambientes onde as limneas são encontradas com maior freqüência, estabelecendo-se a época do ano com maior abundância em espécimes, que correspondeu aos meses de julho a outubro. As medidas nas conhas dos diferentes criadouros referiram-se ao comprimento e largura da concha, comprimento e largura da abertura, comprimento da espira e número de voltas. Foram estabelecidos os coeficientes de correlação e de regressão e realizadas análises de variância entre as medidas tomadas e os índices obtidos da relação entre largura/comprimento da concha. Estas conchas foram comparadas com as de L. columella, L. viator, L. cubensis da coleção do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Para a maioria das medidas as conchas mostraram proporções constantes, embora apresentassem diferenças em relação ao desenvolvimento. A maior variação foi observada em relação ao comprimento da espira. As variações morfométricas das conchas foram relacionadas com alguns fatores externos como pH, alcalinidade, dureza e teor da água. Aparentemente apenas a dureza total da água influiu na consistência das conchas.Shells of Lymnaea columella from ten populations from the State of São Paulo were studied to determine morphometric variation. Samples were collected in the following municipalities: Campinas, Americana, Atibaia, Pirassununga, Caçapava and Taubaté. Five measurements were taken from each shell: length and width of the shell, length and width of the aperture and lenght of the spire. Two ratios were also established: width/lenght of the shell and length of the aperture /length of the shell. The numbers of whorls and the length of the shell were also determined. Statistical tests

  7. Fraturas da diáfise do úmero Humeral shaft fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Benegas

    2010-01-01

    Full Text Available As fraturas da diáfise do úmero (FDU representam 3% das fraturas do aparelho locomotor; o terço médio da diáfise direita é o mais acometido. Seu tratamento é, na sua maioria, realizado por meio de métodos não cirúrgicos, mas as indicações cirúrgicas nas FDU são adotadas em situações cada vez mais frequentes. A diversidade de opiniões torna difícil o consenso sobre qual o tipo de osteossíntese, qual a técnica cirúrgica, a quantidade e a qualidade dos materiais de síntese a serem utilizados. Temos a impressão de que o melhor método para o tratamento cirúrgico das FDU está longe de ter um consenso entre os especialistas. Acreditamos que os métodos menos invasivos e que privilegiam a estabilidade relativa são os mais adequados, pois complicações mais temidas são menos frequentes.Humeral shaft fractures (HSF represent 3% of fractures of the locomotor apparatus, the mid-third section of the shaft being the most commonly affected. In the majority of cases, it is treated by non-surgical methods, but surgical indications in HSF are increasingly being adopted. The diversity of opinions makes it difficult to reach a consensus regarding to the type of osteosynthesis, surgical technique, and quantity and quality of the synthesis materials to be used. It would appear that specialists are far from reaching a consensus as to the best method for the surgical treatment of HSF. We believe that less invasive methods, which favor relative stability, are the most appropriate methods, as the most feared complications are less frequent.

  8. Fratura periprotética da tíbia combinada com fratura de fadiga da haste tibial de artroplastia total do joelho Tibial periprosthetic fracture combined with tibial stem stress fracture from total knee arthroplasty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Fonseca

    2011-01-01

    Full Text Available As complicações das artroplastias totais do joelho relacionadas com o próprio material são muito raras, exceto o desgaste do polietileno. Neste artigo os autores reportam o caso de uma paciente do sexo feminino de 58 anos referenciada ao pronto-socorro do nosso hospital por uma fratura periprotética tibial (tipo I da classificação da Mayo Clinic. Uma observação mais cuidadosa mostrou a presença concomitante da referida fratura da tíbia associada à fratura de fadiga da haste tibial. A prótese com a haste foi remetida a um laboratório de biomecânica independente onde foi avaliada e efetuada uma reconstrução com uso de sistema de elementos finitos em CAD de modo a verificar a existência de algum defeito de fabricação e as eventuais causas para o sucedido. Depois de avaliadas diversas hipóteses, concluiu-se que a fratura do material foi provocada por uma sobrecarga na zona de transição prato/haste secundária à falência óssea prévia (fratura. Da avaliação do caso ressalta-se novamente a necessidade de efetuar uma avaliação adequada da mineralização óssea e, em caso de dúvida, utilizar uma haste longa.Total knee arthroplasty complications related to the prosthetic material are very rare, except for polyethylene wear. We report the case of a 58-year-old woman who came to the emergency service of our hospital with a periprosthetic tibial fracture (Mayo Clinic type I. Careful examination showed that this fracture was concomitantly associated with a tibial stem fatigue fracture. The prosthesis and the stem were sent to an independent biomechanics laboratory for evaluation. A finite-element CAD system was used to make a reconstruction, so as to ascertain whether there had been any manufacturing defect and what the causes of the event might have been. After evaluation of several hypotheses, it was concluded that the fracture in the prosthetic material had been caused by overloading at the plate/stem transition zone

  9. Tratamento cirúrgico da fratura do côndilo occipital: relato de caso Surgical treatment of the occipital condyle fracture: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Silva Gusmão

    2001-03-01

    Full Text Available Apresentamos um caso de fratura do côndilo occipital tratada cirurgicamente, que se manifestou por cervicalgia, lesão dos nervos IX, X e XII e síndrome piramidal dos quatro membros. É realizada revisão da literatura sobre o tratamento cirúrgico da fratura do côndilo occipital.We present a case of fracture of the occipital condyle showing neck pain, lesion of IX, X and XII cranial nerves and pyramidal syndrome of the four members. A review of the literature about the surgical treatment of the occipital condyle fracture is done.

  10. Lesão oculta da articulação manúbrio-esternal associada à fratura da coluna torácica Occult manubriosternal joint injury associated with fracture of the thoracic spine

    OpenAIRE

    2011-01-01

    Os autores relatam a ocorrência de lesão oculta da articulação manúbrio-esternal na avaliação inicial de um paciente com fratura da coluna torácica (T9). Foi diagnosticada fratura de T9 no paciente do sexo masculino de 37 anos de idade associada a déficit neurológico parcial. No atendimento inicial, as radiografias realizadas não demonstraram a lesão da articulação manúbrioesternal. Durante a reabilitação, após a estabilização cirúrgica da fratura da coluna torácica, subitamente o paciente se...

  11. Estudo do tratamento das fraturas da cabeça do fêmur Study of the treatment of femoral head fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pereira Guimarães

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estabelecer diretrizes para o tratamento das fraturas da cabeça femoral e determinar a melhor via de acesso nos casos tratados cirurgicamente. MÉTODOS: Avaliamos os resultados clínicos e radiográficos de 13 pacientes (13 fraturas tratados cirurgicamente entre maio de 1986 e julho de 1996 no Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (SCMSP, Pavilhão "Fernandinho Simonsen". RESULTADOS: Entre as seis fraturas Pipkin 1, cinco foram submetidas à ressecção do fragmento, o que nos levou a quatro resultados excelentes e um bom, sendo este com fixação do fragmento. Três pacientes apresentaram fraturas Pipkin 2 e todas foram fixadas, observados dois excelentes resultados e um regular. Dois pacientes Pipkin 3 foram submetidos à artroplastia primária. Dos dois pacientes com lesão Pipkin 4, um foi tratado com redução e osteossíntese da fratura do acetábulo, sem abordar o fragmento da cabeça que estava bem reduzido e resultou em artrose precoce, e o outro foi submetido à artroplastia total como tratamento primário. CONCLUSÃO: Concluímos após comparação da revisão da literatura com a análise dos nossos casos, que o tratamento da fratura da cabeça femoral deve ser cirúrgico e a escolha da via de acesso vai depender do tipo de fratura.OBJECTIVE: To establish guidelines for the treatment of femoral head fractures and to determine the best form of access in cases treated surgically. METHODS: We evaluated the clinical and radiological results of 13 patients (13 fractures treated surgically, between May 1986 and July 1996, at the Department of Orthopedics and Traumatology at the Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (SCMSP, Fernandinho Simonsen Pavillion. RESULTS: Among six Pipkin 1 fractures, five had resection of the fragment, resulting in four excellent and one good result. The good result had fixation of the fragment. All three Pipkin 2 fractures had fixation of the fragment

  12. Fratura-luxação da coluna torácica durante segundo trimestre da gestação: relato de caso e revisão da literatura

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Fraturas da coluna vertebral associadas à lesão medular raramente acometem pacientes gestantes. Os autores apresentam o caso de uma mulher de 20 anos de idade, com gestação de 20 semanas, que sofreu fratura-luxação da coluna torácica (T4-T5) e foi submetida a descompressão, redução e artrodese posterior com parafusos pediculares. Apesar de apresentar lesão medular completa, a gestação evoluiu sem intercorrências e resultou no nascimento, por parto normal, de uma criança saudável a termo. Algu...

  13. ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTE PÓS-FRATURA DE TORNOZELO E COMPRESSÃO DA COLUNA LOMBAR: RELATO DE CASO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Gurgel Maurício Alencar

    2012-12-01

    Full Text Available Introdução: As fraturas e luxações do tornozelo são as lesões mais comuns do sistema musculoesquelético, gerando grande repercussão sobre a sua função, podendo provocar desarranjos articulares como instabilidade, limitação de movimento e incongruência articular. Descrição: O paciente relatado sofreu acidente de trabalho caindo de uma altura de dez metros, causando fratura cominutiva em tornozelo esquerdo e compressão parcial da coluna lombar, o que lhe provocou muitas dores, assim como incapacidade para deambulação. Após a realização dos procedimentos médicos necessários como osteossíntese no terço distal dos ossos da perna e imobilização da coluna lombar, o paciente foi submetido a 27 atendimentos de fisioterapia motora realizados duas vezes por semana no período de 12 de fevereiro a 21 de maio de 2009. O protocolo de tratamento constou de técnicas de terapia manual e técnicas de relaxamento, estabilização, alongamento e fortalecimento da coluna lombar. Discussão: A fisioterapia motora atuou de forma satisfatória no paciente com alterações decorrentes de pós-fratura de tornozelo e compressão da coluna lombar, obtendo redução do quadro álgico, assim como aumento significativo na amplitude de movimento e força muscular, sendo esta terapêutica potencialmente importante na eliminação e/ ou melhora de tais disfunções.Palavras-chave: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Terapia. Vértebras Lombares.

  14. Reprodutibilidade da classificação de Tile para fraturas do acetábulo Reproducibility of Tile's classification of acetabular fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Almeida Matos

    2006-01-01

    Full Text Available Classificar corretamente as fraturas acetabulares é crucial para bom planejamento pré-operatório e para redução cirúrgica eficiente. Entretanto, para cumprir seus objetivos, qualquer sistema de classificação deve ser simples e reprodutível. O objetivo deste artigo é avaliar a reprodutibilidade interobservador da classificação de Tile para fraturas do acetábulo. Foram utilizadas 30 imagens radiográficas de 10 fraturas acetabulares nas incidências de Judet, analisadas por 10 observadores, sendo cinco especialistas em cirurgia de quadril e cinco residentes do terceiro ano de ortopedia. A concordância global obtida foi de 72,44% com Kappa (K = 0,52 (0,48 entre residentes e 0,57 entre especialistas. Conclui-se que a classificação de Tile para fraturas acetabulares apresenta moderada concordância interobservador, não havendo diferença estatisticamente significante entre residentes e especialistas.Properly classifying acetabular fractures is crucial for a good preoperative planning and for an efficient surgical reduction. However, in order to accomplish its objectives, any classification system must be simple and reproducible. The objective of this article is to assess inter-observer reproducibility of Tile’s classification concerning acetabular fractures. Thirty X-ray images of 10 acetabular fractures at Judet planes were used and assessed by 10 observers, being five hip surgery experts and five 3rd-grade orthopaedic residents. The global consistency achieved was 72.44% to Kappa (K = 0.52 (0.48 among resident doctors and 0.57 among experts. It was concluded that the Tile’s classification of acetabular fractures reveals a moderate inter-observer consistency, with no statistically significant difference between resident doctors and experts.

  15. Estudo epidemiologico das fraturas do complexo zigomatico-orbitario e arco zigomatico tratadas pela Area de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facias da Faculdade de Odontologia de Piracicaba - Unicamp

    OpenAIRE

    2004-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi revisar, por um período de 5 anos, os casos de fraturas do complexo zigomático-orbitário e do arco zigomático tratados pela Área de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais da Faculdade de Odontologia de Piracicaba " Unicamp. A distribuição da idade e gênero, tipos anatômicos das fraturas, traumas buco-maxilo-faciais e não buco-maxilo-faciais associados e a etiologia das lesões são descritas. Foram avaliados 1857 pacientes com traumatismo buco-maxilo-fa...

  16. Fraturas da diáfise da tíbia em crianças Tibial diaphyseal fractures in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Santili

    2010-01-01

    Full Text Available As fraturas da diáfise da tíbia nas crianças e adolescentes são lesões relativamente comuns e geralmente têm boa evolução com os métodos clássicos de tratamento conservador. Sua elevada frequência se deve ao alto grau de exposição da criança nas suas atividades físicas e também pela anatomia e topografia da tíbia, expondo-a ao trauma direto ou indireto. Algumas particularidades devem ser consideradas e respeitadas na sua abordagem, que compreendem aspectos atinentes à faixa etária, local de acometimento (se proximal ou distal, tipo de fratura e de terapêutica instituída. A vantagem anatômica do periósteo mais espesso e a relativa flexibilidade na acomodação de impactos angulares podem proporcionar na criança de menor idade, maior estabilidade e consequente tendência ao melhor prognóstico. Nas crianças maiores e nos adolescentes o grau de exposição a traumas de maior energia, a maior gravidade e complexidade das lesões têm tornado mais comum a estabilização cirúrgica. Complicações encontradas nessas fraturas nos adultos como infecção, retarde de consolidação e pseudartrose são muito menos frequentes nas crianças, mas o risco de instalação de síndromes compartimentais é uma eventualidade que requer atenção, principalmente nas condutas incruentas com imobilizações gessadas.Tibial diaphyseal fractures in children and adolescents are relatively common injuries and often evolve with good results when treated through traditional methods of conservative treatment. Their elevated frequency is due to the high degree of exposure of children in physical activities and also to the topographic location, exposing them to direct or indirect trauma. The approach used should consider and respect some features regarding age, place of affection (whether proximal or distal, type of fracture and therapy. The anatomical advantage of a thicker periosteum and flexibility when submitted to angular impacts can provide

  17. Avaliação da qualidade de vida em pacientes com fratura da tíbia Assessment of quality of life in patients with tibia fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Roberto Nascimento

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o impacto da fratura na qualidade de vida dos pacientes. MÉTODO: Os pacientes foram submetidos a um protocolo de dados clínicos e epidemiológicos, a uma avaliação específica para fraturas da tíbia, o método de Johner e Wruhs, cujo dados foram analisados por um questionário genérico para avaliação da qualidade de vida, o SF-36, o qual foi aplicado pelos autores, com um mínimo de seis meses de pós-operatório. Estes instrumentos foram também estratificados com relação ao retorno ou não dos pacientes a todas as atividades que realizavam antes do acidente. RESULTADOS: Observou-se uma diminuição dos valores de avaliação do questionário SF-36 demonstrada estatisticamente (pOBJECTIVE: To evaluate the impact of tibial fractures on patient's quality of life. METHOD: All patients were evaluated by means of a protocol of clinical and epidemiological data. The Johner and Wruhs method was employed to evaluate tibial fractures and the results were compared to those of the SF-36 Health Survey, which was applied by the authors from the sixth month postoperatively. Those methods were applied considering the return of the patients or not to all the activities they used to perform before the accident. RESULTS: We found a statistical significance (p<0.05 showed by Mann- Whitney's U-test between the component of SF-36, and return or not to previous activities. Regarding the results of SF36 and clinical evaluation (Johner and Wruhs, on the Kruskal-Wallis' test, we also found significant correlation. CONCLUSION: According to the established criteria and based on the results, tibial fractures, even with favorable clinical outcomes, result in a diminished quality of life.

  18. Influencia da configuração do preparo cavitario na distribuição de tensões e resistencia a fratura de restaurações indiretas esteticas

    OpenAIRE

    Carlos Jose Soares

    2003-01-01

    Resumo: Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da configuração do preparo cavitário na distribuição de tensões e resistência à fratura de molares restaurados com restaurações indiretas estéticas. Na primeira parte deste estudo (ensaio mecânico de fratura), noventa molares inferiores humanos hígidos com forma semelhante foram coletados e divididos em 9 grupos. Os dentes foram incluídos em resina de poliestireno e com material elastomérico foi reproduzido o ligamento periodontal. ...

  19. Efeitos da dieta proteica na cicatrização de fraturas distais de fêmur imobilizadas com pinos intramedulares em cão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silveira Iandara Silva

    1997-01-01

    Full Text Available No presente experimento vinte cães sem raça definida, pesando em média 6kg, com idade variando entre 4 e 12 anos, vindos do Biotério Central da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, foram distribuidos em dois grupos com 10 animais, cada grupo dividido em dois subgrupos com 5 cães, denominados 1A, 1B, 2A e 2B. Os animais do grupo 1 receberam tratamento por 90 dias, e os do grupo 2 por 60 dias após a cirurgia. O subgrupo A correspondem a tratamento com ração crescimento contendo 27% de proteina bruta e o subgrupo B ração manutenção com 21% de proteina bruta. Todos os cães sofreram fratura distal de fêmur, experimental, reduzidas com dois pinos intramedulares, introduzidos através da superfície articular da tróclea. Os cães ficaram confinados em canis individuais até a remoção dos pontos e em canis comuns para no máximo 5 cães até o término do experimento. Foi feita avaliação clínica, radiográfica e histológica da evolução da cicatrização óssea a qual demonstrou que o tratamento com ração com maior teor de proteina proporcionou melhor regeneração e que a técnica de osteossíntese utilizada manteve estabilidade na linha de fratura.

  20. Risk factors of neurological lesions in low cervical spine fractures and dislocations Fatores de risco de lesão neurológica nas fraturas e luxações da coluna cervical baixa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DANILO GONÇALVES COELHO

    2000-12-01

    Full Text Available Eighty-nine patients with lower cervical spine fractures or dislocations were evaluated for risk factors of neurological lesion. The age, sex, level and pattern of fracture and sagittal diameter of the spinal canal were analysed. There were no significant differences on the age, gender, level and Torg's ratio between intact patients and those with nerve root injury, incomplete or complete spinal cord injuries. Bilateral facet dislocations and burst fractures are a significant risk factor of spinal cord injury.O risco de lesão neurológica foi avaliado em 89 pacientes com fraturas ou luxações da coluna cervical baixa. Foram analisados o sexo, a idade, o diâmetro sagital do canal vertebral, o nível e o tipo de fratura ou luxação. Não foram encontradas diferenças significativas para a idade, sexo, nível da fratura ou luxação e razão de Torg entre os pacientes intactos e aqueles com lesão radicular, lesão medular incompleta e lesão medular completa. Luxações bilaterais de facetas articulares e fraturas em explosão são um fator de risco significativo de lesão neurológica.

  1. Fratura da escápula: resultados do tratamento cirúrgico em 15 pacientes Scapula fractures: outcomes after surgical treatment in 15 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vincenzo Giordano

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar os resultados do tratamento cirúrgico de 15 pacientes com fratura da escápula. MÉTODOS: Avaliação retrospectiva dos resultados clinicos e radiográficos do tratamento cirurgico de fraturas da escápula, em um periodo de dez anos. A avaliação clínica baseou-se tanto no escore de Schofer et al. quanto no Constant-Murley. Na avaliação radiográfica, pesquisou-se a existência de perda da redução, pseudartrose ou alterações póstraumáticas. A análise estatística foi puramente descritiva, por meio de cálculo percentual dos achados. RESULTADOS: Todas as fraturas consolidaram em um período médio de 90 dias, confor- me documentação radiográfica. Na última consulta ambulatorial, o tempo médio de seguimento foi de 45,6 meses (variando de 14 a 109,2 meses. Nenhum paciente referiu dor constante e incapacitante no ombro operado. O escore médio de Constant- Murley foi de 84 pontos (variando de 76 a 90 pontos. Dos 15 pacientes, 13 (86,7% retornaram ao nível funcional prévio sem restrição (atividades profissional e recreacionais. Não forma detectados sinais de perda de redução, pseudartrose ou osteo- artrose pós-traumática. Não ocorreram penetração ou impacto articular pela presença do material de osteossíntese. CONCLUSÃO: Em pacientes com fraturas da escápula, que se enquadrem nos critérios para tratamento cirúrgico, os resultados são bons desde que sejam respeitados os tecidos moles periarticulares e realizado o devido planejamento da via de acesso e do protocolo de reabilitação.OBJECTIVE: To evaluate the clinical and radiographic outcomes on 15 unstable scapula fractures treated by open reduction and internal fixation. METHODS: A retrospective study to evaluate the results of scapula fracture fixation in 15 patients, managed at our Institution during a 10-year period. Shoulder function was recorded in both upper extremities with both the Schofer et al. and the Constant-Murley score

  2. Tratamento das fraturas femorais subtrocantéricas com placas de bloqueio lateral da parte proximal do fêmur The treatment of femoral subtrochanteric fractures with the proximal lateral femur locking plates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sun-Jun Hu

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar o desfecho de fraturas subtrocantéricas de quadril tratadas com placa de bloqueio lateral da parte proximal do fêmur. MÉTODO: Revisamos retrospectivamente os resultados clínicos de 48 casos de fraturas subtrocantéricas tratadas com placas de bloqueio lateral da parte proximal do fêmur de janeiro de 2008 a maio de 2010. Registrou-se o progresso da consolidação da fratura, assim como a ocorrência de complicações. A função da articulação do quadril foi avaliada pelo índice social de Harris e o escore de mobilidade de Parker-Palmer, um ano após a cirurgia. RESULTADO: Quarenta e cinco pacientes foram acompanhados até a união da fratura ou a revisão da cirurgia. Entre os 45 pacientes, 43 atingiram a união da fratura sem outra intervenção. Trinta e oito fraturas consolidaram sem perda da posição no acompanhamento de um ano. Não houve casos de perfuração da cabeça do fêmur pelo parafuso. O escore médio do índice social de Harris foi 86,5 ± 9,8 (73 ~95. A média do escore de mobilidade de Parker e Palmer foi 7,4 ± 2,1 (3~ 9. CONCLUSÃO: A placa de bloqueio lateral da parte proximal do fêmur é o tipo de fixação interna estável e efetiva para tratar as fraturas subtrocantéricas de quadril e tem a vantagem de fixação estável, em especial em fratura da parede lateral do fêmur. Nível de evidência IV, Série de Casos.OBJECTIVE: To study the outcome of subtrochanteric hip fractures treated by using a proximal lateral femur locking plate. METHOD: We retrospectively reviewed the clinical results of 48 cases of femoral subtrochanteric fractures treated with proximal lateral femur locking plates from Jan 2008 to May 2010. The progress of fracture healing, as well as the occurrence of complications, was recorded. The function of the hip joint was evaluated by Harris social index and the Parker and Palmer mobility score at 1 year after the operation. RESULT: 45 patients were followed up until fracture

  3. Lesão oculta da articulação manúbrio-esternal associada à fratura da coluna torácica Occult manubriosternal joint injury associated with fracture of the thoracic spine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Fernando Pereira da Silva Herrero

    2011-04-01

    Full Text Available Os autores relatam a ocorrência de lesão oculta da articulação manúbrio-esternal na avaliação inicial de um paciente com fratura da coluna torácica (T9. Foi diagnosticada fratura de T9 no paciente do sexo masculino de 37 anos de idade associada a déficit neurológico parcial. No atendimento inicial, as radiografias realizadas não demonstraram a lesão da articulação manúbrioesternal. Durante a reabilitação, após a estabilização cirúrgica da fratura da coluna torácica, subitamente o paciente sentiu dor intensa, acompanhada de deformidade ao nível do esterno, tendo sido diagnosticada luxação manúbrio-esternal nos exames de imagem. Devido à recidiva da luxação e de dor incapacitante, foi necessária a realização da redução aberta e fixação da articulação manúbrio-esternal. Na avaliação após 12 meses, o paciente apresentou recuperação completa da lesão neurológica, consolidação da artrodese do segmento vertebral T7-T11, e manutenção da redução da articulação manúbrio-esternal, que era assintomática durante a realização das atividades cotidianas.The authors report the occurrence of an occult manubriosternal joint injury in the initial evaluation on a patient with a thoracic spine fracture (T9. This T9 fracture was diagnosed in a 37-year-old man and was associated with a partial neurological deficit. At the initial evaluation, the radiographs produced did not show the manubriosternal joint injury. During rehabilitation, after surgical stabilization of the thoracic spine fracture, the patient suddenly felt an intense pain accompanied by deformation at the sternal level. From imaging examinations, manubriosternal dislocation was diagnosed. Because of recurrence of the dislocation and the incapacitating pain, open reduction and fixation of the manubriosternal joint had to be performed. At the 12-month follow-up, the patient presented complete recovery of the neurological lesion, consolidation of the

  4. Avaliação do emprego da haste femoral curta na fratura trocantérica instável do fêmur Evaluating the use of a proximal femoral nail in unstable trochanteric fracture of the femur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Antonio Matheus Guimarães

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a taxa de consolidação da fratura trocantérica instável submetida a osteossíntese com haste femoral curta (PFN® - AO/ASIF, em pacientes operados entre novembro de 1999 e março de 2004. MÉTODOS: Foram analisados 45 pacientes com idades entre 60 e 93 anos, portadores de fratura trocantérica instável do fêmur, submetidos à osteossíntese com PFN® curto, mediante redução indireta em mesa de tração e auxílio de radioscopia. As fraturas foram classificadas de acordo com a classificação AO/OTA. A qualidade óssea foi avaliada através do índice de Singh, na rotina radiográfica pré-operatória. A qualidade da redução obtida e o posicionamento do implante foram avaliados pela radiografia pós-operatória em ântero-posterior e perfil do fêmur proximal, com análise do ângulo cervicodiafisário e a distância entre a ponta do parafuso deslizante e o centro da cabeça femoral, o chamado tip apex distance (TAD. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes estudados foi de 80,8 anos (60-93. O sexo feminino foi predominante, com 37 casos (82,2%. O lado direito foi acometido em 22 casos (48,89% e o esquerdo em 23 (51,1%. Todas as fraturas eram instáveis, sendo 22 do tipo 31A2 (48,8% e 23 do tipo 31A3 (51,1%. O tempo médio de utilização da radioscopia foi de 102,4 segundos (61-185. A diferença entre o tempo de radioscopia para a redução e fixação dos dois grupos de fraturas estudados não foi significativa (p = 0,62. Com relação à qualidade óssea, 82,2% dos pacientes apresentavam índice de Singh menor que IV, caracterizando perda da arquitetura óssea normal. Quanto à consolidação da fratura, 44 casos evoluíram com êxito com tempo médio de 3,2 meses, variando entre dois e sete meses. Em sete casos ocorreu a necessidade de novo procedimento cirúrgico, sendo quatro para a retirada de material de síntese, devido a migração dos parafusos proximais da haste. Um caso de fratura do tipo 31A2

  5. Análise da resistência à fratura entre pilares retos e angulados do sistema cone Morse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Tavares de Gois Santos

    Full Text Available Objetivo Analisar a resistência à fratura por fadiga dos conjuntos implante-pilar, nos tipos reto e angulado, submetidos a cargas cíclicas similares às mastigatórias. Material e método Foram utilizados 32 implantes (3,75 × 11 mm com sistema cone Morse e 32 pilares, separados em dois grupos: pilares retos e angulados (n=16 (Neodent, Curitiba, PR, Brasil. Os conjuntos foram submetidos a testes cíclicos em equipamento servo-hidráulico, fixando-se o número de ciclos em cinco milhões. Foram avaliados: número de ciclos, carga e momento de força das amostras. O Teste de Fisher e o Teste ANOVA foram aplicados (p<0,005. Amostras fraturadas foram analisadas em microscopia eletrônica de varredura (MEV. Resultado Dos pilares retos, quatro resistiram ao número de ciclos estabelecidos, suportando cargas entre 470 N e 510 N. No grupo dos angulados, nove amostras resistiram a cargas entre 570 N e 890 N. Quanto às amostras fraturadas abaixo do número de ciclos, no grupo pilar reto, nove fraturaram com cargas entre 470 N e 630 N. No grupo pilar angulado, cinco amostras fraturaram com cargas entre 760 N e 890 N. Foi calculado, para cada conjunto implante-pilar, o momento de força (Médias: Grupo reto – 4.335,2 Nmm, Grupo angulado – 3.923,3 Nmm. Conclusão Os dois tipos de pilares (retos e angulados, em condições in vitro, comportaram-se estatisticamente de forma semelhante, sendo aceita a hipótese nula de que não há diferença de resistência à fratura entre os grupos.

  6. Treatment of complex acute proximal humerus fractures using hemiarthroplasty Tratamento das fraturas complexas agudas da extremidade proximal do úmero com o uso de hemiartroplastia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Lobo Brandão

    2013-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Evaluate the clinical and radiological results of hemiarthroplasty for treatment of complex proximal humerus fractures. METHODS: Sixty-seven patients were included, with follow-up of 12 to 62 months. Mean age was 65 years (44 to 88, and 47 patients were female (70%. Clinical assessment was performed using the University of California Los Angeles score (UCLA and measurement of range of motion (ROM according to the American Academy of Orthopaedic Surgeons criteria. A standardized radiological evaluation was conducted, with special attention to healing and position of tuberosities. Patients were divided into two groups: A (anatomical healing of tuberosities and B (without anatomical healing of tuberosities. Statistical analyses were performed using the t test. Level of significance was set at p OBJETIVO: Avaliar os resultados funcionais e radiográficos dos pacientes submetidos à hemiartroplastia para tratamento das fraturas complexas da extremidade proximal do úmero. MÉTODOS: Foram incluídos 67 pacientes, com seguimento que variou entre 12 e 62 meses. A média de idade foi de 65 anos (44 a 88 e 47 pacientes eram do sexo feminino (70%. Os pacientes foram avaliados clinicamente por meio da avaliação da amplitude de movimentos (ADM e do escore funcional da University of California Los Angeles (UCLA. A avaliação radiográfica foi feita de forma padronizada com divisão dos pacientes em dois grupos: A (consolidação do tubérculo maior em posição anatômica e B (ausência de consolidação anatômica do tubérculo maior. Na análise estatística consideramos significativos os achados com p < 0,05. RESULTADOS: A pontuação média do UCLA foi de 26 pontos, com média de oito pontos para dor e 64 pacientes satisfeitos subjetivamente (96%. Na avaliação da amplitude de movimento (ADM ativa encontramos uma média de 104º de flexão anterior e 36º de rotação lateral. No grupo A, com 33 pacientes, encontramos uma média de 122º de

  7. Fisioterapia no pós-operatório de fratura proximal do fêmur em idosos: Revisão da literatura

    OpenAIRE

    Carneiro, Mariana Barquet; Alves,Débora Pinheiro Lédio; Mercadante,Marcelo Tomanik

    2013-01-01

    As fraturas proximais do fêmur em idosos representam um sério problema de saúde publica. O tratamento cirúrgico dessa fratura serve para reduzir as morbidades, juntamente com a fisioterapia pós-operatória. O objetivo foi realizar uma revisão sistemática sobre protocolos de fisioterapia no pós-operatório de fraturas proximais de fêmur em idosos. Foram selecionados ensaios clínicos controlados e randomizados, em idosos, dos últimos 10 anos, nos idiomas português e inglês. Foram encontrados 14 a...

  8. A visão do ortopedista brasileiro sobre a descarga parcial de peso em ortostase nas fraturas expostas da diáfise da tíbia após osteossíntese

    OpenAIRE

    Valéria R. G. Sella; Paula C. D. Machado; Fernandes,Hélio J. A.; Limonge,William R.; Reis,Fernando B.; Flávio Faloppa

    2009-01-01

    CONTEXTUALIZAÇÃO: As fraturas da diáfise da tíbia são as mais frequentes dentre as dos ossos longos. Há descrições na literatura, de acordo com o método e dispositivo de tratamento, com recomendações que vão desde a descarga total até a proibição do suporte de peso corporal em ortostase. Existem estudos comparando os dispositivos de osteossíntese e os diversos aspectos cirúrgicos, porém não são encontradas referências que descrevam como e quando se deve liberar a descarga sobre o membro acome...

  9. Fraturas da patela: uma década de tratamento no IOT-HC-FMUSP - parte 1: análise funcional Patellar fractures: a decade of treatment at IOT-HC-FMUSP - part I: functional analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Felicio Pailo

    2005-01-01

    Full Text Available As fraturas da patela são prevalentes na faixa etária de 20 a 50 anos e representam 1% das fraturas. São classificadas através de 2 aspectos principais: característica do traço de fratura e presença de exposição óssea, o que dirige a escolha do tratamento dentro das diversas técnicas propostas. Este trabalho objetivou estudar a incidência dos padrões de fraturas patelares e analisar os resultados funcionais encontrados com as diferentes modalidades de tratamento no IOT-HC-FMUSP. Levantou-se 103 prontuários de pacientes com fratura de patela tratados no IOT no período de 1988 - 1999 com seguimento mínimo de 5 anos. A média etária foi de 39,4 anos, 68% do sexo masculino, 51,5% de acometimento do lado direito e 2,9% de bilateralidade. Prevaleceram fraturas transversas (36%; 30% de exposição óssea; técnicas mais utilizadas patelectomia parcial (46,6%, banda de tensão (20,4%, imobilização gessada (17,5%, cerclagem (4,8% e patelectomia total (2,9%; notou-se 57,1% de excelentes e bons resultados com banda de tensão AO e 44,4% nas patelectomias parciais. Concluiu-se que o resultado funcional final do tratamento da fratura de patela é multifatorial; o tipo de fratura, o modo de tratamento - conservador ou cirúrgico, a idade e o mecanismo de trauma não influenciam, isoladamente, o sucesso da terapêutica.Patellar fractures are prevalent within the age group of 20 - 50 years old and account for 1% of total fractures. They are classified according to 2 major aspects: fracture trace characteristic and bone exposure presence, which drives treatment selection towards the various proposed techniques. This study aimed to investigate the incidence of patellar fractures patterns and to analyze the functional outcomes found with the different treatment modalities at the IOT-HC-FMUSP. One hundred and three files of patellar fracture patients treated at IOT during the period of 1988 - 1999 with a minimum follow-up time of 5 years were

  10. Fratura epifisiolise da extremidade proximal do úmero com luxação intratorácica: relato de caso Epiphysiolysis fracture of the proximal end of the humerus with intrathoracic dislocation: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaime Guiotti Filho

    2008-02-01

    Full Text Available A fratura da extremidade proximal do úmero com luxação intratorácica foi relatada em 1949 por West, em que a fratura era, somente, do tubérculo maior. Desde então, poucos casos foram relatados na literatura, a maioria constituída por pessoas idosas, prevalecendo como indicação terapêutica artroplastia parcial. Os autores relatam o caso de um adolescente de 14 anos de idade, sexo masculino, que apresentou fratura epifisiolise da extremidade proximal do úmero com luxação intratorácica em decorrência de acidente ciclístico e que foi submetido a tratamento cirúrgico com redução, osteossíntese e reinserção do manguito rotador. A recuperação da cabeça do úmero totalmente desvitalizada e o acompanhamento do processo de necrose e revas cularização durante seis anos, em paciente adolescente, parece não terem sido previamente relatados.Fracture of the proximal end of the humerus with intrathoracic dislocation was reported in 1949 by West, and the fracture was only a fracture of the greater tubercle. Few cases have since been published, and most of them in elderly individuals, partial arthroplasty prevailing as the therapy indication. The authors report the case of a 14 year old boy who presented with an epiphysiolysis fracture of the proximal end of the humerus with intrathoracic dislocation resulting from a bicycle accident. The boy was submitted to surgical treatment with reduction, osteosynthesis, and reinsertion of the rotator cuff. The totally devitalized humeral head recovery and the monitoring of the necrosis and revascularization process for a period of six years in a teenager patient seems to have never been reported before.

  11. A importância da ressonância magnética pré-operatória nas fraturas do planalto tibial The importance of pre-operative magnetic resonance image in tibial plateau fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Cury Faustino

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar a importância da Ressonância Nuclear Magnética (RNM como método de investigação pré-operatória nas fraturas do planalto tibial, tratando de correlacionar o padrão de lesão óssea, classificado de acordo com os critérios de Schatzker, com a ocorrência de lesões ligamentares e meniscais. MÉTODOS: Foram avaliados as imagens de 25 pacientes com fraturas do planalto tibial, estudando a correlação entre lesões ósseas e de partes moles. Estabeleceu-se uma correlação entre a classificação de Schatzker e os achados de RNM. RESULTADOS: As lesões meniscais foram diagnosticadas em 96% dos casos e as lesões ligamentares foram encontradas em 44% dos pacientes. Houve correlação entre o tipo de fratura, segundo a classificação de Schatzker, e as lesões meniscais e/ ou ligamentares encontradas na RNM. As fraturas do tipo I e do tipo II de Schatzker apresentaram lesão do menisco lateral em 71,4% e 83,3% dos casos, respectivamente. Nas fraturas clas- sificadas como Schatzker tipo IV encontramos lesões de um ou mais ligamentos na RNM pré-operatória em 75% dos pacientes. CONCLUSÃO: A RNM é um exame que agrega informações importantes para o entendimento da magnitude do dano em fraturas do planalto tibial, auxiliando no planejamento e tomada de decisões no tratamento destas lesões. Os autores recomendam, portanto, a incorporação da RNM no protocolo de avaliação pré-operatória das fraturas do planalto tibial.OBJECTIVE: The aim of this study was to emphasize the role of Magnetic Resonance Image (MRI as an adjuvant diagnostic tool for tibial plateau fractures, concerning the establishment of a relationship between bone fracture patterns and ligament and/ or menisci injuries. METHODS: Evaluation of image database of 25 patients victims of tibial plateau fractures. A correlation between bone and soft tissues has been established, based on Schatzker classification for tibial plateal fractures. RESULTS: 96

  12. Avaliação da tenacidade à fratura de diferentes sistemas cerâmicos Relative fracture toughness of differents dental ceramics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Pagani

    2003-03-01

    Full Text Available Embora as cerâmicas possuam alta resistência à compressão, apresentam friabilidade devido à sua baixa resistência à tração e, desta forma, possuem menor capacidade de absorver impactos. Este trabalho avaliou a tenacidade à fratura de diferentes sistemas cerâmicos, que refere-se à medida da habilidade de absorção da energia de deformação de um material friável. Foram confeccionados 30 corpos-de-prova em forma de discos (5mmx3mm utilizando-se três diferentes materiais cerâmicos, os quais foram divididos em 3 grupos: G1-10 amostras confeccionadas com a cerâmica Vitadur Alpha (Vita-Zahnfabrik; G2-10 amostras confeccionadas com a cerâmica IPS Empress 2 (Ivoclar-Vivadent e G3-10 amostras confeccionadas com a cerâmica In-Ceram Alumina (Vita-Zahnfabrik. Para a obtenção dos valores de tenacidade foi utilizada a técnica da indentação que se baseia na série de fissuras que se formam sob uma carga pesada. Foram realizadas 4 impressões por amostra, utilizado um microdurômetro (Digital Microhardness Tester FM com uma carga de 500gf, durante 10 segundos. A análise estatística dos dados (Testes ANOVA de Kruskal-Wallis e Dunn, indica que a cerâmica In-Ceram Alumina apresentou valor mediano (2,96N/m3/2, estatisticamente diferente do apresentado pela IPS Empress 2 (1,05N/m3/2, enquanto que a cerâmica Vitadur Alpha apresentou valores intermediários (2,08N/m3/2, sem diferenças estatísticas dos outros dois materiais. Conclui-se que as cerâmicas apresentam diferentes desempenhos de tenacidade à fratura, sendo a In-Ceram capaz de absorver maior energia comparada a Vitadur Alpha e ao IPS Empress2.Although ceramics present high compressive strength, they are brittle materials due to their low tensile strength so they have lower capacity to absorb shocks. This study evaluated the fracture toughness of different ceramic systems, which refers to the ability of a friable material to absorb defformation energy. Three ceramic systems were

  13. Tratamento das fraturas do terço distal da tíbia: fixar ou não a fíbula? Treatment of the distal fractures of the tibia: shall we fix the fibula?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro José Labronici

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os resultados da fixação ou não da fíbula no tratamento das fraturas do terço distal da tíbia, com haste intramedular e placa em ponte. MÉTODOS: Foram 47 fraturas em 47 pacientes, sendo que em 21 pacientes foi utilizada a haste intramedular bloqueada não fresada e em 26 a placa em ponte (placa de compressão dinâmica larga ou estreita pela técnica minimamente invasiva. Todas as fraturas da fíbula se encontravam no mesmo nível ou abaixo da fratura da tíbia. RESULTADOS: No grupo tratado com fixação da fíbula, a média do tempo de consolidação foi de 14,6 semanas. No grupo tratado sem fixação da fíbula, a média do tempo de consolidação foi de 14,3 semanas. No grupo de pacientes tratados com fixação da fíbula observou-se uma proporção de desvio angular em varo (6,3% significativamente menor que o subgrupo sem fixação de fíbula (32,3%, e com desvio angular em valgo (62,5% significativamente maior que o grupo sem fixação de fíbula (32,3%. CONCLUSÃO: Os benefícios da fixação da fíbula permanecem ainda controversos quando ocorrem fraturas associadas com a tíbia. Em relação à consolidação, não houve diferença significativa entre os grupos.OBJECTIVE: To compare the results of fibula fixation (or not fixation in the treatment of fractures located in the distal third part of the tibia, by using intramedullary nailing and bridge plate. METHOD: 47 fractures in 47 patients were studied. Twenty-one patients were treated with non-reammed, interlocking intramedullary nailing, and 26 patients were treated with wide or narrow dynamic compressional plates (using a minimally invasive technique. All of the fibula fractures are located at the same level or below the tibia fractures. RESULTS: in the group of patients treated with fibula fixation, the average healing time was 14.6 weeks. In the group of patients treated without fibula fixation, the average healing time was 14.3 weeks. In the group of

  14. Effects of the condylar process fracture on facial symmetry in rats submitted to protein undernutrition Efeitos da fratura do processo condilar na simetria facial em ratos submetidos à desnutrição protéica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimar Rodrigues

    2011-04-01

    áfica axial, e mensurações cefalométricas foram feitas por meio de um sistema de computador. Os valores obtidos foram submetidos a análises estatísticas entre os grupos e entre os lados em cada grupo. RESULTADOS: Houve redução significante nos valores de proteínas séricas e de albumina no grupo fraturado desnutrido. Houve desvio da linha média da mandíbula em relação à linha média da maxila, significativo no grupo fraturado desnutrido, assim como assimetria da maxila e da mandíbula, em especial no final do período experimental. CONCLUSÃO: A fratura do côndilo mandibular em ratos com desnutrição protéica induziu uma assimetria na mandíbula, também com consequências na maxila.

  15. Influencia da altura do remanescente coronario, do tipo de retenção intra-radicular e do tipo de coroa total na resistencia e modo de fratura de raizes bovinas

    OpenAIRE

    Cristina do Amparo Resende

    2007-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à fratura de raízes bovinas tratadas endodonticamente e restauradas com diferentes retenções intra-radiculares variando-se o tipo de material da coroa total, na presença e ausência do remanescente coronário. Duzentas raízes com dimensões padronizadas foram divididas aleatoriamente em 20 grupos experimentais (n=10) nos seguintes tratamentos: retenções: pino de fibra de vidro (PFV), pino de fibra de vidro reembasado (PFVR), fibra de poli...

  16. Reprodutibilidade da classificação da AO/ASIF para fraturas dos ossos longos na criança Reproducibility of the AO / ASIF classification for fractures of long bones in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Francisco Brandão

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a reprodutibilidade intraobservador e interobservador da classificação proposta pelo grupo AO/ASIF, para as fraturas dos ossos longos em crianças. MÉTODO: Foram analisadas e classificadas por cinco avaliadores, 100 radiografias convencionais digitalizadas de fraturas dos ossos longos em crianças, utilizando a classificação alfanumérica proposta pelo grupo AO/ASIF. A força de concordância intraobservador (realizada com intervalo de 90 dias e a interobservador foram avaliadas através do coeficiente Kappa. RESULTADOS: O índice Kappa para observação intraobservador foi de 0,69 (grande concordância e na análise interobservador o índice foi de 0,64 (grande concordância na primeira avaliação e 0,61 (grande concordância na segunda análise realizada 90 dias após a classificação inicial. CONCLUSÃO: A classificação proposta pelo grupo AO/ASIF mostrou grande concordância intra e interobservador, sendo útil para utilização nas fraturas dos ossos longos em crianças.OBJECTIVE: To evaluate the interobserver and intraobserver reproducibility of the classification proposed by the AO/ASIF group for long bone fractures in children. METHODS: One hundred roentgenograms of long bone fractures in children were evaluated and classified according to the alphanumeric AO/ASIF classification by six observers. The strength of theintraobserver(performed with a 90-day interval and interobserveragreementwere evaluated using the Kappa coefficient. RESULTS: The intraobserver Kappa index was 0.69 (good agreement. The interobserver index was 0.64 (good agreement in the first evaluation and 0.61 (goodagreement in the second analysisperformed 90 days after the initial classification. CONCLUSION: The classification proposed by the AO/ASIF group for long bone fractures demonstrated good inter- and intraobserver agreement. This classification is useful for describing fractures of long bones in children.

  17. Fratura extra-articular da extremidade medial da clavícula associada à luxação acromioclavicular tipo IV: relato de caso Extra-articular fracture of the medial end of the clavicle associated with type IV acromioclavicular dislocation: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Chaves Correa

    2011-10-01

    Full Text Available Ocorrendo isoladamente, as fraturas da clavícula e as luxações acromioclaviculares são lesões muito comuns. A combinação de uma luxação acromioclavicular e de uma fratura do terço lateral da clavícula não é rara. Entretanto, existem muito poucos casos descritos de luxações acromioclaviculares associadas a fraturas do terço médio da clavícula; aquelas associadas a fraturas do terço medial são ainda mais raras. Nós reportamos o caso de um indivíduo adulto do sexo masculino que sofreu uma luxação acromioclavicular (tipo IV associada a uma fratura extra-articular desviada da extremidade medial da clavícula (grupo 3 de Almann em um acidente ciclístico. O paciente foi tratado na fase aguda com redução aberta e fixação interna das duas lesões. Na avaliação clínica, 12 meses após a cirurgia, o paciente apresentava-se assintomático, com mobilidade ativa e passiva completa, força e resistência normais e simetria das cinturas escapulares. As radiografias e a tomografia computadorizada tridimensional mostravam subluxação posterossuperior persistente da articulação acromioclavicular e consolidação anatômica da fratura clavicular.Fractures of the clavicle and acromioclavicular dislocations are very common injuries when they occur separately. The combination of an acromioclavicular dislocation and a fracture of the lateral third of the clavicle is not rare. However, there are very few reported cases of acromioclavicular dislocations associated with fractures of the middle third of the clavicle; those associated with fractures of the medial third are even rarer. We report the case of an adult male who suffered an acromioclavicular dislocation (type IV associated with a displaced extra-articular fracture of the medial end of the clavicle (Almann group 3 in a cycling accident. The patient was treated during the acute phase with open reduction and internal fixation of the two lesions. At the clinical evaluation 12

  18. Ensaio experimental para tratamento cirúrgico das fraturas transversas da falange proximal - Técnica com parafuso intramedular cônico de compressão versus placa de compressão lateral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Schneider Ibanez

    2015-10-01

    Full Text Available resumo Objetivo: Comparar os parâmetros mecânicos entre dois métodos de estabilização por com pressão: placa de compressão axial de 1,5 mm com o parafuso cônico de compressão usado como tutor intramedular. Métodos: Foram usados modelos de poliuretano (Sawbone(r que simulam a fratura da falange proximal transversa, divididos em três grupos (placa lateral, parafuso cônico, sem implante. Resultados: Há necessidade de uma maior força para resultar na fadiga da síntese com para fuso intramedular. Comprova-se, assim, a supremacia mecânica desse sobre o modelo com a placa lateral. Conclusão: A estabilização com o parafuso Acutrak(r, no tratamento das fraturas no modelo adotado neste ensaio, apresenta resultados mecânicos superiores e estatisticamente sig nificativos em comparacão com a técnica de compressão axial com o uso da placa lateral (Aptus Hand (r.

  19. Tratamento cirurgico das fraturas luxações da coluna cervical baixa por redução aberta e sem uso de tração craniana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton Cézar Correia

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Demonstrar os resultados do tratamento cirúrgico na coluna cervical baixa em 34 pacientes portadores de fratura-luxação traumática tratada através de técnica cirúrgica de artrodese com fixação sem o auxilio de tração craniana. MÉTODOS: Os pacientes foram avaliados clínica e radiologicamente e acompanhados por um período de um a quatro anos. RESULTADOS: A consolidação clínica e radiológica da artrodese foi observada em todos os 34 pacientes, sendo que quatro evoluíram com infecção do sítio cirúrgico posterior quando houve necessidade desse acesso complementar. RESULTADOS: A realização de redução da fratura luxação da coluna cervical baixa sem o uso de tração craniana juntamente com acesso cirúrgico por via anterior mostrou bons resultados com melhora clinica e radiológica, além de baixo índice de complicações neurológicas.

  20. Psicanálise e marxismo: a fratura da Associação Psicanalítica Argentina (1971)

    OpenAIRE

    Vezzetti,Hugo

    2009-01-01

    O artigo aborda um acontecimento inusual em que se cruzam a história da psicanálise e a da esquerda marxista: a renúncia, por motivos ideológicos, de dois grupos à associação argentina. O trabalho procura ir além do testemunho dos protagonistas e interrogar os relatos fixados sobre o acontecimento. Para isso explora, a partir dos anos de 1960, as condições e as alternativas desse encontro entre Freud e Marx, particularmente no âmbito universitário (a Faculdade de Filosofia e Letras da UBA), n...

  1. Correlação da aferição manual e digital da distância interespinhosa pelo método de newmann em fraturas toracolombares do tipo explosão Correlación entre calibrado manual y digital de la distancia interespinhosa por el método de neumann en fracturas toracolombares tipo explosión Correlation between manual and digital measurement of inter-spinous dis tance by neumann method in burst thoracolumbar fracture

    OpenAIRE

    João Paulo Machado Bergamaschi; Luciano Antonio Nassar Pellegrino; Ricardo Shigueaki Galhego Umeta; Maria Fernanda Silber Caffaro; Robert Meves; Élcio Landim; Osmar Avanzi

    2011-01-01

    OBJETIVO: Analisar a correlação entre a aferição manual e digital da distância interespinhosa pelo método de Neumann em fraturas toracolombares do tipo explosão, bem como a reprodutibilidade das duas técnicas. MÉTODOS: Foram avaliadas 212 radiografias de pacientes com fratura toracolombar do tipo explosão, sendo 160 do sexo masculino e 52 do sexo feminino. A idade média dos pacientes no tempo da fratura foi de 38,9 anos (variando de 12 a 76 anos). RESULTADOS: O coeficiente de Pearson, quando ...

  2. Influence of root embedment material and periodontal ligament simulation on fracture resistance tests Influência do material de inclusão e da simulação do ligamento periodontal nos ensaios de resistência à fratura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos José Soares

    2005-03-01

    Full Text Available The aim of this study was to evaluate the influence of the embedment material and periodontal ligament simulation on fracture resistance of bovine teeth. Eighty bovine incisor teeth were randomized into 8 groups (n = 10, embedded in acrylic or polystyrene resin using 4 types of periodontal ligament simulation: 1 - absence of the ligament; 2 - polyether impression material; 3 - polysulfide impression material; 4 - polyurethane elastomeric material. The specimens were stored at 37°C and 100% humidity for 24 hours. Specimens were submitted to tangential load on the palatal surface at 0.5 mm/minute crosshead speed until fracture. The fracture modes were analyzed as follows: 1 - coronal fracture; 2 - cemento-enamel junction fracture; 3 - partial root fracture; 4 - total root fracture. Statistical analyses by two-way ANOVA and Tukey's test were applied (p O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do material de inclusão e da simulação de ligamento periodontal na resistência à fratura de dentes bovinos. Oitenta incisivos bovinos foram divididos em 8 grupos (n = 10 e, então, incluídos em cilindros com dois materiais, resina acrílica ou resina de poliestireno, usando-se quatro tipos de simulação do ligamento periodontal: 1 - ausência do ligamento; 2 - material de moldagem à base de poliéter; 3 - material de moldagem à base de polissulfeto; e 4 - material elastomérico à base de poliuretano. As amostras foram armazenadas em 100% de umidade a 37°C por 24 horas e então submetidas a carregamento tangencial na superfície palatina com velocidade de 0,5 mm/minuto até a fratura. Os padrões de fratura foram analisados de acordo com: 1 - fraturas coronais; 2 - fratura da junção esmalte-cemento; 3 - fratura parcial da raiz; 4 - fratura radicular total. A análise estatística empregou análise de variância fatorial e teste de Tukey (p < 0,05. Os resultados mostram que o método de inclusão e a simulação do ligamento periodontal

  3. La Concha Shell

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Levy, Matthys P.

    1961-01-01

    Full Text Available La estructura de hormigón armado que cubre el club en el hotel La Concha, de San Juan de Puerto Rico, tiene forma de concha ondulada elipsoidal. Se ha situado en un estanque poco profundo, del que emerge como si hubiese venido del océano que tiene delante.

  4. Fratura tipo explosão da coluna torácica e lombar: correlação entre o segmento biomecânico sagital acometido e as alterações estruturais da vértebra fraturada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Luís da Silva

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as fraturas tipo explosão da coluna torácica e lombar e fazer a correlação entre o segmento biomecânico sagital acometido e as alterações estruturais da vértebra fraturada. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 72 pacientes com fraturas tipo explosão da coluna torácica e lombar. O estreitamento do canal vertebral, o colapso vertebral e a cifose local foram avaliados em três segmentos distintos: torácico, transição toracolombar e lombar. RESULTADOS: Houve diferença estatística significativa (p < 0,05 dos valores do estreitamento do canal vertebral e cifose local nos diferentes segmentos da coluna vertebral avaliados. CONCLUSÃO: As fraturas tipo explosão da coluna torácica e lombar, embora apresentem características semelhantes, independentemente do local de ocorrência, sofrem influência direta do segmento biomecânico sagital no que diz respeito às alterações estruturais que ocorrem na vértebra fraturada.

  5. Estudo da mortalidade na fratura do fêmur proximal em idosos Study of the proximal femoral fractures mortatlity in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Hideyo Sakaki

    2004-12-01

    Full Text Available Foi feito um estudo de revisão sobre a mortalidade na fratura do fêmur proximal em idosos com base nas publicações mais relevantes do período de 1998 a 2002. Foram incluídos 25 artigos relacionados ao assunto, selecionados com base nos bancos de dados Medline e Cochrane, totalizando 24.062 pacientes com mais de 60 anos de idade, que tiveram fratura do fêmur proximal. Quatorze estudos foram prospectivos, oito retrospectivos e três revisões sistemáticas. As taxas médias de mortalidade foram de 5,5% durante a internação hospitalar, 4,7% ao fim de um mês de seguimento, 11,9% com três meses, 10,8% com seis meses, 19,2% com um ano e 24,9% com dois anos. Foram identificados quatro fatores intimamente relacionados com uma maior mortalidade nestes pacientes: idade avançada, grande número de doenças associadas, sexo masculino e presença de deficiências cognitivas. Outros fatores mostraram uma fraca correlação com a mortalidade como capacidade deambulatória prévia, índice de risco anestésico da Sociedade Americana de Anestesia (ASA, anemia, hipoalbuminemia, linfopenia e existência de AVC prévio. Os fatores como tempo prévio à cirurgia, tipo de anestesia utilizada e tipo de osteossíntese empregada não mostraram ter interferência.A revision study was performed on the proximal femoral fractures mortality in elderly patients, based on the most relevant publications during the 1998 to 2002 period. Twenty-five articles related to the subject were included, selected from the Medline and Cochrane databases, totaling 24.062 patients over the age of 60 years, with fracture of the proximal femur. There were 14 prospective trials, 8 retrospective and 3 were systematic reviews. The mean in-hospital mortality was 5,5%, 1-month mortality 4,7%, 3-months 11,9%, 6-months 10,8%, 1-year 19,2% and 2-years 24,9%. Four factors were identified in these patients closely related with a larger number of deaths: advanced age, polymorbidity, male

  6. Fractografia de compósito estrutural aeronáutico submetido ao ensaio de tenacidade à fratura interlaminar em Modo II

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Maurício Cândido

    2014-01-01

    Full Text Available A fractografia consiste no estudo detalhado da morfologia da superfície de fratura de materiais. Para isto, a técnica de microscopia eletrônica de varredura (MEV é usualmente utilizada para determinar a causa de falha e a relação do modo de falha com a microestrutura do material em análise. Essas informações permitem estabelecer analogia entre estrutura, propriedade e processamento do material com a iniciação e a propagação da falha. Neste estudo, a análise fractográfica é utilizada para investigar os aspectos que caracterizaram a falha por delaminação em Modo II de laminados poliméricos de uso estrutural. Para isto, espécimes com um inserto de Teflon® introduzido no plano médio de uma das extremidades do laminado (End-Notched foram submetidos ao ensaio de carregamento em flexão em quatro pontos. Os espécimes foram preparados a partir de um laminado fabricado em autoclave, com camadas (0º, 90º de material pré-impregnado de tecido bidirecional em estilo plain weave de fibras de carbono IM7/resina epóxi M21. Os resultados da análise mostram que a superfície de fratura é muito irregular, com a visualização de fibras e impressões de fibras na matriz. Aspectos fractográficos de cúspides e formatos de concha, originados durante o cisalhamento da matriz polimérica, são também observados.

  7. Avaliação clínica e radiográfica da cifoplastia no tratamento das fraturas vertebrais por osteoporose Evaluación clínica y radiográfica de la cifoplastia en el tratamiento de las fracturas vertebrales por osteoporosis Clinical and radiological evaluation of kyphoplasty in the treatment of osteoporotic spinal fractures

    OpenAIRE

    Fábio Peres de Mendonça; Sérgio Daher; Murilo Tavares Daher; André Luiz Passos Cardoso; Newton Antônio Tristão; Wilson Eloy Pimenta Júnior; Ricardo Tavares Daher

    2010-01-01

    OBJETIVO: analisar os resultados clínicos, radiológico e possíveis complicações de pacientes submetidos à cifoplastia no tratamento das fraturas por osteoporose dolorosas que não respondem ao tratamento conservador. MÉTODOS: foram avaliados 24 pacientes com fraturas osteoporóticas tratados através da cifoplastia. Destes, 19 (76%) eram do sexo feminino e 5 (24%) do masculino. A média de idade foi de 71,3 anos. A média de seguimento foi de 19 meses, variando de 3 a 29 meses. Os pacientes foram ...

  8. Características epidemiológicas e causas da fratura do terço proximal do fêmur em idosos Epidemiological characteristics and causes of proximal femoral fractures among the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Soares Hungria Neto

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O custo social e econômico das fraturas da região proximal do fêmur é elevado e decorre, dentre outros fatores, da morbimortalidade da própria fratura. Apesar de sua importância, estudos envolvendo esse tema ainda são escassos no Brasil. Esse foi um estudo retrospectivo, observacional, transversal (ecológico com objetivo de traçar um perfil epidemiológico da fratura do terço proximal do fêmur em idosos, analisar suas causas e as características físicas dos pacientes admitidos em um único hospital universitário de São Paulo. MÉTODOS: Estudo de prontuários no período de um ano e comparação dos grupos pelo teste do Qui-quadrado; p OBJECTIVE: The social and economic cost of proximal femoral fractures is high, due the morbidity and mortality relating to the fracture itself, among other factors. Despite the importance of this issue, studies on this topic are still scarce in Brazil. This was a retrospective, observational and cross-sectional (ecological study with the aims of outlining an epidemiological profile for proximal femoral fractures among the elderly and analyzing the causes of these fractures and the physical characteristics of patients admitted to a single university hospital in São Paulo. METHODS: This was a study on medical records over a one-year period, with group comparisons using the chi-square test; p < 0.05 was considered significant. RESULTS: Ninety-four individuals were evaluated: predominantly female (2:1; 81-85 years of age; body mass index within normal limits; white and Asian patients (p < 0.05. The vast majority of the fractures occurred through low-energy trauma and inside the patients' homes (p < 0.05. After excluding the trauma resulting from high-energy events, over 39% occurred as the patients were moving from sitting to standing up or were using stairs, and approximately 40% occurred while they were standing still or walking. A greater number of cases corresponded to the cold seasons of

  9. Osteossíntese das fraturas diafisárias da criança com hastes intramedulares flexíveis Osteosynthesis of children shaft fractures with flexible intramedullary nails

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Batista Volpon

    2008-07-01

    Full Text Available O tratamento de algumas das fraturas da criança tem sofrido modificações nos últimos anos, com o objetivo de obtenção de resultados mais satisfatórios, restrição do tempo de incapacidade e para melhor corresponder às expectativas da família. Isso é especialmente válido para as fraturas diafisárias de alguns ossos longos com o tratamento feito por hastes intramedulares elásticas. Esse tratamento é de baixa morbidade, respeita a biologia e a biomecânica da fratura e permite consolidação óssea por mecanismo secundário, com a formação de calo ósseo. Entretanto, requer implantes, instrumental e conhecimento técnico do cirurgião, pois os maus resultados relacionam-se diretamente com falhas técnicas. Atualmente, os ossos que mais se prestam para esse tipo de fixação, em relação à prioridade, são: fêmur, rádio, ulna, tíbia e úmero. O objetivo deste texto de atualização foi analisar a literatura e fornecer informações fundamentais para o conhecimento do método.The treatment of some fractures in children has changed over the last years aiming at improving results, shortening the time of physical limitation, and meeting family expectations. This is particularly true when long bone shaft fractures are involved and when treatment is carried out with elastic nails. This technique carries low morbidity, respects the biology and the biomechanics of the reparative process and allows secondary healing with osseous callus formation. Nevertheless, the technique requires adequate surgical implants, proper instruments and trained surgeons, since complications are related mainly to technical pitfalls. The technique has been used for the following bones: femur, radius and ulna, tibia and humerus. The objective of the present update was to review and to analyze the literature so as to present basic information about the treatment of diaphyseal fractures of some long bones of children with flexible nails.

  10. Efeitos da propriocepção no processo de reabilitação das fraturas de quadril Effects of proprioception in the rehabilitation process of hip fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza Cabrera Martimbianco

    2008-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo principal realizar uma revisão de literatura dos últimos dez anos, sobre os efeitos dos tratamentos fisioterapêuticos realizados nas fraturas de quadril e a observação da descrição e da influência do treinamento proprioceptivo específico nesse processo de reabilitação. Essas fraturas são muito comuns, principalmente entre a população idosa, provocando diversas conseqüências ao indivíduo, entre elas, a alteração das sensações proprioceptivas, podendo predispor o paciente à importante instabilidade articular. Sendo assim, a reabilitação dessas lesões é de grande importância, afim de restaurar as funções do quadril e prevenir contra recidivas. De acordo com o levantamento bibliográfico realizado, os estudos demonstraram protocolos de tratamento fisioterapêuticos nas fraturas do quadril, porém a maioria dos autores não apresenta um treinamento proprioceptivo específico isoladamente; em geral, relacionam o ganho de força muscular, equilíbrio e o treino de marcha e de funcionalidade à melhora indireta da propriocepção articular. Fica evidente a carência teórica sobre o assunto, e espera-se que novas pesquisas possam surgir, para que se tenha maior significância clínica e estatística em relação ao tema abordado.This study was aimed at providing a review of the last ten years in literature addressing the effect of the physical therapeutic treatments carried out in hip fractures and the review of the description and influence of specific proprioceptive drills in rehabilitation processes. These fractures are very common, particularly among the aged population, causing various consequences to the individual, such as proprioceptive sensations changes, which can predispose patients to important joint instability. Therefore, the rehabilitation of these injuries is of great importance in order to restore hip function and to prevent recurrences. According to the literature review

  11. Avaliação das complicações do tratamento cirúrgico das fraturas da extremidade proximal do úmero com "placa bloqueada" Evaluation of the complications of surgical treatment of fractures of the proximal extremity of the humerus using a locking plate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Naoki Miyazaki

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as complicações do tratamento cirúrgico dos pacientes com fratura da extremidade proximal do úmero com "placa bloqueada". MÉTODOS: Entre julho de 2004 e dezembro de 2009, foram tratados 56 pacientes com fratura da extremidade proximal do úmero com a placa Philos®. Dezenove pacientes eram do sexo masculino e 37 do feminino, com média de idade de 62 anos, variando de 30 a 92 anos. Todos os casos tinham tempo de seguimento mínimo, no período pós-operatório, de 12 meses. Treze fraturas foram classificadas como em duas partes, 28 em três, oito em quatro e sete como fraturas epifisárias. RESULTADOS: Dos pacientes operados, 26 foram considerados como tendo obtido resultado excelente, 12 como bom, 10 como regular e oito como ruim, conforme o escore de UCLA. Trinta complicações ocorreram em 20 pacientes (35,7%, sendo a mais frequente a redução inadequada da fratura que ocorreu em oito casos. O impacto subacromial causado pela placa ocorreu em sete casos, enquanto a fixação inadequada da fratura em seis. Outras complicações como pseudoartrose, capsulite adesiva, necrose avascular, perda da redução em varo e infecção também foram verificadas. CONCLUSÃO: Os resultados funcionais do tratamento das fraturas da extremidade proximal do úmero com a "placa bloqueada" dependem da correta redução anatômica da fratura e fixação estável do implante. Complicações ainda são frequentes, principalmente devido à dificuldade técnica intraoperatória, à gravidade da fratura e à eventual inexperiência do cirurgião.OBJECTIVE: To evaluate the complications from surgical treatment using a locking plate among patients with fractures of the proximal extremity of the humerus. METHODS: Between July 2004 and December 2009, 56 patients with fractures of the proximal extremity of the humerus were treated using the PHILOS® plate. There were 19 male patients and 37 female patients, with a mean age of 62 years (range: 30 to

  12. Correlação entre tempo para o tratamento cirúrgico e mortalidade em pacientes idosos com fratura da extremidade proximal do fêmur Correlation between time until surgical treatment and mortality among elderly patients with fractures at the proximal end of the femur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Gonçalves Arliani

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo primário do estudo é analisar a possível associação entre o atraso para a realização do tratamento cirúrgico e mortalidade em pacientes idosos com fratura da extremidade proximal do fêmur. MÉTODOS: Foram estudados 269 pacientes com fraturas da extremidade proximal do fêmur (fraturas do colo do fêmur e fraturas intertrocanterianas, tratadas cirurgicamente no Hospital São Paulo - Unifesp-SP, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2007. Foram analisados e comparados com a literatura referente ao assunto os seguintes atributos: sexo, idade, tipo de fratura, classificação da mesma, lado acometido, síntese utilizada, mecanismo de trauma, tempo de internação, tempo para cirurgia, comorbidades associadas, hemograma de entrada, tipo de anestesia, necessidade de transfusão sanguínea, dia da semana e estação do ano da fratura. RESULTADOS: O estudo apresentou correlação entre maior número de comorbidades clínicas, maior tempo de internação e utilização de anestesia geral na cirurgia com maior mortalidade dos pacientes. CONCLUSÃO: Não houve associação entre tempo para realização da cirurgia e mortalidade.OBJECTIVE: The primary aim of this study was to analyze the possible association between delay in receiving surgical treatment and mortality among elderly patients with fractures at the proximal end of the femur. METHODS: 269 patients with fractures at the proximal end of the femur (femur neck and intertrochanteric fractures who were treated surgically at Hospital São Paulo, UNIFESP, São Paulo, between January 2003 and December 2007, were studied. Sex, age, type of fracture, classification of the fracture, affected side, synthesis used, trauma mechanism, length of hospitalization, length of surgery, associated comorbidities, hemogram at admission, type of anesthesia, need for blood transfusion, day of the week and season of the year of the fracture were analyzed and compared with the literature

  13. Characterization of the hot cracking resistance using the Essential Work of Fracture (EWF: application to duplex stainless steels Caracterização da resistência ao trincamento a quente com base nos trabalhos esssenciais de mecânica da fratura: aplicação aos aços inoxidáveis duplex

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilhem Martin

    2013-06-01

    corrosão com conformabilidade e boa soldabilidade. Infelizmente, AID apresentam, em geral, uma deficiente trabalhabilidade a quente. Ensaios-padrão de ductilidade a quente ou ensaios de torção elástica a quente sempre são úteis para comparar a resistência à fratura de dois materiais muito dúcteis. Um novo método baseado no trabalho essencial de mecânica da fratura tem sido usado para determinar a resistência ao trincamento a quente. O conceito da EWF foi introduzido para tratar a fratura dúctil com base na resposta de deslocamento de carga inteira até a fratura completa de um modelo e não a partir das medições de iniciação, como na mecânica da fratura clássica. O objetivo do método consiste em separar, com base em considerações de ordem dimensional, o trabalho realizado dentro da zona de plástica a partir do trabalho total de fratura, a fim de fornecer uma estimativa do trabalho gasto por unidade de área dentro da zona de processo de fratura para quebrar o material. Este método provou ser muito bem adaptado à fratura em alta temperatura. Dois diferentes aços inoxidáveis duplex têm-se caracterizado pelo trabalho essencial do método de fratura. Exame da micrografias de fratura e perfis correspondem aos resultados EWF. Esse método acaba por ser um instrumento de discriminação para quantificar o trincamento a quente e para gerar um índice de fratura fisicamente relevante para orientar a otimização da microestrutura para conformações bem-sucedidas.

  14. Aspectos epidemiológicos da tuberculose pulmonar nos municípios de Botucatu, Conchas, São Manuel e Avaré, Estado de São Paulo, Brasil, de 1963 a 1972 Epidemiological aspects of pulmonary tuberculosis in Botucatu, Conchas, São Manuel and Avaré (State of S. Paulo, from 1963 to 1972

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia Magaldi

    1976-12-01

    Full Text Available O diagnóstico da situação da tuberculose pulmonar nos Municípios de Botucatu, Conchas, São Manuel e Avaré, SP, Brasil, baseou-se na prevalência e risco de infecção em escolares de lª série, em 1972, e em dados de morbidade e mortalidade específica, de 1963 a 1972. Realizou-se inquérito tuberculínico em 2.913 escolares, com PPD 23 RT-2UT; foram analisados os prontuários de 718 casos inscritos no CSI de Botucatu e os atestados de óbito de residentes, incluindo-se os ocorridos em hospitais especializados. As taxas de prevalência de infecção para os quatro Municípios foram respectivamente 2,4%; 6,8%; 1,9% e 4,5%. Para a idade de 7,5 anos, os riscos de infecção foram: 0,27%; 0,32; 0,20% e 0,34%. O nível de infecção apurado caracterizou o conjunto como área de média prevalência da tuberculose pulmonar. Os índices de prevalência de infecção relacionaram-se diretamente à incidência de casos bacilíferos de cada Município. Em 530 casos com baciloscopia, houve 62,0% de positividade. As formas radiológicas moderada e avançada predominaram principalmente em adultos jovens do sexo masculino. Foram registradas alta taxa de abandono (39,5%}, baixo percentual de cura (17,9% e 3,4% de óbitos; ao redor de 32,0% estava em tratamento. Não houve diferenças estatisticamente significativas das proporções de abandono, segundo procedência por Município ou formas da doença. Invocaram-se razões técnico-administrativas do sistema vigente para explicar esses achados. A incidência média de casos confirmados, no período, foi de 35,4 em Conchas, 33,1 em Avaré, 23,7 em Botucatu e 18,5 em São Manuel (por 100.000. Com casos confirmados e suspeitos os índices foram: 57,6; 48,8; 43,8 e 35,3. Os índices médio-anuais de mortalidade, foram: 7,6 em Botucatu, 12,14 em Conchas, 5,0 em São Manuel e 18,7 em Avaré (por 100.000. Apenas em Botucatu registrou-se declínio das taxas de mortalidade de 1963 a 1972. A mortalidade espec

  15. O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS The burden of osteoporosis in Brazil: regional data from fractures in adult men and women - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo M Pinheiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study é um estudo epidemiológico, de base populacional, realizado em amostra representativa de mulheres e homens brasileiros, de idade superior a 40 anos, com o objetivo de identificar os principais fatores clínicos de risco associados com fratura por baixo impacto. Nesse artigo são apresentados os principais resultados do estudo, de acordo com cada região do país. PACIENTES E MÉTODOS: Um total de 2.420 indivíduos, provenientes das cinco regiões do país e de todas as classes socioeconômicas foram incluídos no estudo. Foram avaliados dados antropométricos, bem como aspectos relacionados aos hábitos de vida, fraturas, ingestão alimentar, atividade física, quedas e qualidade de vida por meio de entrevista individual e quantitativa. Fratura por baixo impacto foi definida como aquela decorrente de queda da própria altura ou menos. Valor de P OBJECTIVES: The BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study study is the first epidemiological and population-based study carried out in a representative sample of Brazilian men and women, 40 years or older, with the objective of identifying the prevalence and main clinical risk factors (CRF associated with low-impact fractures. This report shows the main results according to each region of the country. PATIENTS AND METHODS: A total of 2,420 subjects (70% women from 150 different cities in five geographic regions in Brazil, and from all different socio-economical classes were included in this study. Anthropometrical data, as well life style, previous fractures, nutritional status, physical activity, falls, and quality of life were evaluated by a quantitative individual survey. Low-impact fracture was defined as that resulting from a fall no greater than standing height of an individual. A P < 0.05 was considered significant. RESULTS: Statistically significant differences in the prevalence of fractures among the five Brazilian regions

  16. Tratamiento quirúrgico de las fracturas laterales de clavícula. Un nuevo concepto / Surgical treatment for lateral clavicle fractures. A new concept / Tratamento cirúgico das fraturas laterais da clavícula. Um novo conceito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Joaquín Del Gordo-D´Amato

    2014-11-01

    and treatment of these injuries every day migrates to the surgical treatment in reason that most are with large displacements. Materials and methods: Presents a prospective cohort study, in which 36 patients were operated by side fractures of clavicle in the period between April 2011 to September 2012, by open reduction and internal fixation with anatomical plate blocked with lateral clavicle extension (LCP. Of the thirty-six patients operated, were carried out follow-up complete to applying visual analog scale of pain (VAS and the Constant functional scale, to the six weeks, three months, six months and one year post-op. Results: Progressive changes in improving pain and function in each of the periods of follow-up from the sixth postoperative week with significant evidence (p<0.001 could be demonstrated and no change in the rating of pain between the sixth month and the year of follow-up (p= 0.083. Discussion: It can be concluded that open reduction and internal fixation of fractures of clavicle with side extension plates, represent an excellent alternative treatment for such injuries, with prompt and complete functional recovery and low probability of complications. [Del Gordo RJ, Acuña J, Torres E. Surgical treatment of lateral clavicle fractures. A new concept. MedUNAB 2015; 17(2:X:X] Introdução: O terço lateral da clavícula é o segundo local mais acometido por fraturas, logo após o terço médio, e o tratamento tem caminhado dia a dia para tratamento cirúrgico pois, na sua maioria, ocorrem grandes deslocamentos. Materiais e métodos: Estudo cohorte prospectivo, onde 36 pacientes foram submetidos a cirurgia corretora de fratura do terço lateral da clavícula no período de abril de 2011 a setembro de 2012, tendo sido realizada redução aberta da fratura e fixação interna com placa anatômica bloqueada com extensão lateral para clavícula(LCP. Todos os 36 pacientes foram seguidos com 6 semanas, três meses, seis meses e 1 ano de pós-operatório, e

  17. Shell morphometrics in four species of Gadilidae (Mollusca, Scaphopoda in Southwestern Atlantic Ocean, Brazil Morfometria da concha de quatro espécies de Gadilidae (Mollusca, Scaphopoda no Brasil, sudoeste do Oceano Atlântico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Silva Absalão

    2005-03-01

    Full Text Available Six morphometric shell direct measurements of the Gadilidae species Gadila acus (Dall, 1889, Cadulus braziliensis Henderson, 1920, Cadulus parvus Henderson, 1920 and Polyschides tetraschistus (Watson, 1879 were carried out and used to build three morphometric indices in according to the proposition of SHIMEK (1989: LI, relating total shell length to length from the dorsal aperture to the maximum width; WI, relating maximum shell diameter to apertural diameter; and Ws, whorl expansion rate (sensu RAUP 1966. Direct measurements and morphometric indices were tested as discriminating tools among the four species. None of the morphometric indices, alone, were able to discriminate among all species. Among then, Ws is not an effective discriminating morphometric index because it fails in all pairwise comparisons, LI and WI are fairly efficient ones, since they have got effective discriminations in three out six pairwise comparisons. The combined use of direct measurements ones was more efficient than the indices ones when dealing with relatively small samples, as ours. Although both descriptors can be combiningly used; since the direct measurements descriptors are easier to obtain and understand than the more complex indices, they should be recommended as main tools.Seis medidas morfométricas tomadas diretamente da concha dos seguintes gadilideos: Gadila acus (Dall, 1889, Cadulus braziliensis Henderson, 1920, Cadulus parvus Henderson, 1920 e Polyschides tetraschistus (Watson, 1879 foram realizadas e utilizadas na construção de índices morfométricos em concordância com Shimek (1989: LI, razão entre o comprimento total da concha e o comprimento entre a abertura dorsal até o ponto de máximo diâmetro; WI, razão entre o diâmetro máximo da concha e o diâmetro da abertura; e Ws, taxa de expansão dos anfractos (sensu Raup 1966. Tanto as medidas tomadas diretamente das conchas como os índices morfométricos foram testados como instrumentos de

  18. Avaliação da resistência à fratura de coroas CAD-CAM sobre pilares sólidos

    OpenAIRE

    Stona, Deborah

    2014-01-01

    O objetivo do estudo foi avaliar a resistência à fratura de coroas cerâmicas utilizando o sistema CAD-CAM Cerec sobre pilares sólidos. Sessenta réplicas de implante synocta RN e pilar sólido foram incluídos em resina acrílica autopolimerizável, sendo divididas aleatoriamente (n=20 por grupo). Três tipos de cerâmicas foram utilizadas: Mark II (feldspática), IPS Empress CAD (leucita) e IPS e. max CAD (dissilicato de lítio). As coroas foram confeccionadas através do sistema CAD-CAM utilizando o ...

  19. Osteotomia valgizante subtrocantérica do fêmur proximal para o tratamento da não consolidação das fraturas transtrocanterianas Proximal femural valgus subtrochanteric osteotomy for non union of trochanteric fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Silva

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a consolidação de pseudoartrose transtrocanteriana tratada com osteotomia de valgização subtrocantérica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de série de casos. No período de setembro de 1998 a janeiro de 2009 foram reoperados no Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Geral de Goiânia (HGG, pelo grupo de quadril, 17 pacientes com diagnóstico de não consolidação de fratura transtrocanteriana. Apresentavam dor no local da fratura, ângulo de varismo do fêmur menor ou igual a 120° e não consolidação da fratura no terceiro mês do primeiro pós-operatório. RESULTADOS: Pacientes com idade variando entre 30 e 73 anos, com seguimento máximo de nove anos e mínimo de um ano. O tempo médio entre a primeira cirurgia e a osteotomia de correção foi de seis meses. A consolidação foi evidenciada em 16 pacientes. A média de consolidação foi de 12 semanas de pós-operatório. O ângulo de varização pré-operatório do quadril foi calculado e sua média foi de 105 º de varo, sendo o maior 120 º e o menor 90 º. O ângulo da valgização pós-operatório foi calculado e sua média foi de 144 º de valgo, sendo o maior de 155 º e o menor de 135 º. Tivemos um caso de insucesso: paciente de 78 anos, que realizou a osteotomia, fixada com DHS de 150 º, com valgização para 154 º, após seis meses de acompanhamento sem consolidação da fratura, foi optado por uma artroplastia total de quadril cimentada, sem intercorrências. CONCLUSÃO: As osteotomias valgizantes subtrocantéricas podem ser indicadas para o tratamento das pseudoartroses em fraturas transtrocantéricas, com bons resultados finais de consolidação, evitando a substituição protética e mantendo uma fixação biológica, além de restabelecer o eixo mecânico e anatômico do membro acometido.OBJECTIVES: to evaluate valgus subtrochanteric osteotomy for the treatment of trochanteric non-union. METHODS: A retrospective study of cases series. From

  20. Osteossíntese das fraturas da extremidade proximal do úmero com sistema de placa de ângulo fixo com parafusos bloqueados: técnica e resultados Osteosynthesis of proximal humeral end fractures with fixed angle plate and locking screws: technique and results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Cohen

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os resultados do tratamento cirúrgico das fraturas da extremidade proximal do úmero com a placa de sistema bloqueado Philos. MÉTODOS: Entre março de 2003 e outubro de 2004 foram avaliados, de forma prospectiva, 24 de 26 pacientes com fratura da extremidade proximal do úmero tratados com a placa Philos. A média de seguimento foi de 12 meses e da idade dos pacientes, de 57 anos. Seis pacientes tinham fraturas em quatro partes, 11 em três partes e nove em duas partes. A avaliação clínica foi feita por meio dos critérios da University of California at Los Angeles (UCLA. RESULTADOS: A média do escore da UCLA foi de 30 pontos (17-35. Todas as fraturas consolidaram. Em três pacientes a fratura consolidou em varo. Nesses, o índice da UCLA médio foi de 27 pontos. CONCLUSÃO: A osteossíntese com a placa Philos permite fixação estável com bom resultado funcional.OBJECTIVE: Describe the results of proximal humeral fractures surgically treated with the Philos locking plate system. METHOD: Between March 2003 and October 2004 we prospectively reviewed 24 of 26 patients with proximal humerus fractures treated with a Philos plate. The mean follow-up time was 12 months and the mean age of patients was 57 years. Six patients had four-part proximal humerus fractures, 11 patients had three-part proximal humerus fractures, and nine patients had two-part proximal humerus fractures. Clinical evaluation was performed using the University of California at Los Angeles (UCLA criteria. RESULTS: The mean UCLA score was 30 points (17-34. All fractures showed union. Three patients showed fracture union at varus position. The mean UCLA score for these patients was 27 points. CONCLUSION: Osteosynthesis with Philos plate provides a stable fixation method with good functional outcome.

  1. Facial symmetry evaluation after experimentally displaced condylar process fracture in methotrexate treated rats Avaliação da simetria facial após fratura experimental com desvio do processo condilar em ratos tratados com metotrexato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samantha Cristine Santos Xisto Braga Cavalcanti

    2012-03-01

    . O peso dos animais foi documentado. Foram realizadas mensurações lineares da maxila e da mandíbula, bem como angulares do desvio mandibular. Os dados foram submetidos a análises estatísticas entre os grupos, períodos de sacrifício e entre os lados em cada grupo (α=0,05. RESULTADOS: Os animais recuperaram peso ao longo do tempo, exceto no grupo D. Houve redução no comprimento mandibular com alterações também na maxila e desvio progressivo da mandíbula em relação à base do crânio no grupo D. CONCLUSÃO: O tratamento com metotrexato em alta dose teve efeito deletério na simetria facial de ratos submetidos à fratura do processo condilar.

  2. Fraturas: origem e tratamentos - doi: 10.5102/ucs.v3i2.561

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Rocha Velloso

    2008-04-01

    Full Text Available As fraturas representam uma fadiga de estrutura óssea. O estudo dos conceitos básicos sobre a organização do tecido ósseo, o mecanismo indutor das fraturas e o processo de consolidação são temas importantes da moderna traumatologia. Alterações estruturais nos ossos ocorrem em decorrência de complexo sistema de forças deformadoras. As lesões podem ocasionar alterações em diferentes tecidos ósseos. O tratamento das fraturas é usualmente realizado pela fixação interna e externa, mas experimentos modernos apontam para que o processo biológico de reparação das fraturas seja melhor do que a fixação metálica.

  3. Avaliação do efeito da glicosamina e condroitina na consolidação de fratura: estudo experimental em ratos Evaluating the effects of glucosamine and chondroitin in bone healing: experimental study in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Guarniero

    2007-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito da administração da condroitina e da glicosamina na consolidação de fratura em modelo animal. MÉTODOS: Este estudo experimental envolveu a utilização de 40 ratos machos adultos da raça Lewis. Os animais foram randomicamente divididos em quatro grupos de 10 animais cada, assim constituídos: grupo I, com administração de glicosamina; grupo II, com administração de condroitina; grupo III, administração da associação de glicosamina e condroitina; grupo IV, administração de água destilada (grupo controle. Realizou-se uma fratura fechada médio-diafisária da tíbia e fíbula direitas em cada animal, seguida da administração diária das drogas de acordo com o grupo, durante 30 dias. Após esse período, os animais foram sacrificados para estudo dos calos ósseos formados. Os critérios de avaliação foram a avaliação clínica da consolidação óssea, mensuração da densidade mineral do calo ósseo utilizando-se a densitometria óssea e cálculo da área do calo formado por meio de planigrafia. Os dados coletados foram avaliados com a técnica da análise de variância (ANOVA para verificar diferenças entre as médias nos quatro grupos estudados e com o teste de Tukey para comparação das médias duas a duas. Adotou-se nível de significância de 5% (alfa = 0,05. RESULTADOS: A utilização da condroitina e da glicosamina, tanto de maneira isolada quanto associadas, não resultou em aumento da área do calo ósseo ou da sua densidade mineral óssea, e não havendo melhora clínica da consolidação óssea. CONCLUSÃO: A administração de condroitina e glicosamina, neste estudo, não influenciou - quer de maneira positiva ou negativa - a consolidação de fraturas experimentais em ratos.OBJECTIVE: To evaluate the effects of administering chondroitin and glucosamine for bone healing in an animal model. METHODS: This experimental study involved the use of 50 male adult Lewis rats. The animals were

  4. Efeito da heparina sódica e da enoxaparina na consolidação de fratura da tíbia no rato: avaliação clínica e anatomopatológica e biomecânica Effect of heparin-sodium and enoxaparin on rats tibial fracture healing: clinical,anatomopathological, and biomechanical approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Carlos Curcelli

    2005-01-01

    Full Text Available Foi realizado estudo experimental em ratos para avaliar o efeito do anticoagulante na consolidação óssea, conforme critérios clínicos, anatomopatológicos e biomecânicos. Manualmente, após perfuração do osso, foi produzida fratura aberta, na diáfise da tíbia direita, mantida sem imobilização, em 72 ratos machos da linhagem Wistar, com 60 dias de idade e peso médio de 242 gramas. Doze horas após a fratura, foi iniciado tratamento anticoagulante, mantido por 28 dias. Via subcutânea, um grupo recebeu heparina sódica na dose de 200UI/Kg de 12 em 12 horas, enquanto outro, recebeu enoxaparina na dose de 1mg/Kg de 12 em 12 horas, doses preconizadas para tratamento do tromboembolismo em humanos. O terceiro grupo, controle, recebeu água destilada. Durante o experimento, os animais foram avaliados clinicamente e após 28 dias, sacrificados. Nos animais dos três grupos, a evolução clínica foi semelhante. Mediante análise anatomopatológica efetuada por estudo descritivo e quantitativo, foi observada presença de fibrose, cartilagem e osso igualmente nos três grupos, sempre com predomínio de tecido ósseo. O estudo biomecânico, realizado por intermédio de ensaios de flexão, demonstrou coeficiente de rigidez e carga máxima semelhantes nos três grupos. Nenhuma diferença clínica, anatomopatológica e biomecânica foi encontrada, resultando todas as fraturas em consolidação de acordo com os critérios adotados, concluindo-se, portanto, que a heparina sódica e a enoxaparina nas doses, via e tempo de administração utilizados não interfiriram na consolidação da fratura da tíbia do rato.An experimental study in rats was accomplished to evaluate the effect of anticoagulant on fracture union, according to clinical, anatomopathological, and biomechanical approaches. Manually, after bone perforation, fracture was produced in the diaphysis of the right tibia, and maintained without immobilization in 72 male rats of Wistar lineage

  5. Estudo clínico epidemiológico das fraturas da coluna vertebral Estudio clínico epidemiológico de las fracturas de la columna vertebral Clinical epidemiological study of spinal fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rony Brito Fernandes

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar um levantamento epidemiológico das fraturas da coluna vertebral. MÉTODOS: Estudo de revisão de prontuário, retrospectivo analisando dados clínicos e epidemiológicos no período de 1991 a 2010. Foram avaliados dados como: idade, sexo, procedência, escala de Frankel admissional, mecanismo de trauma, tipo de fratura, tratamento e complicações, nos prontuários de 1.917 pacientes submetidos a tratamento de fraturas da coluna vertebral. O teste do qui-quadrado foi utilizado para comparação entre as variáveis discretas e o teste t Student foi utilizado no caso de variáveis contínuas, adotando níveis de significância de p OBJETIVO: Hacer un estudio epidemiológico de las fracturas de la columna vertebral. MÉTODOS: Estudio de revisión de la ficha médica, retrospectivo, analizando los datos clínicos y epidemiológicos desde 1991 hasta 2010.Se evaluaron datos como la edad, el sexo, el origen, la escala de admisión de Frankel, el mecanismo del trauma, el tipo de fractura, tratamiento y complicaciones en los registros médicos de 1.917 pacientes tratados por fracturas de la columna vertebral. Se utilizó la prueba de chi-cuadrado para comparar las variables categóricas y la prueba t de Student fue utilizada en el caso de las variables continuas, adoptando un nivel de significación p OBJECTIVE: To conduct an epidemiological survey of fractures of the spine. METHODS: We conducted a chart review retrospective study, analyzing clinical and epidemiological data from 1991 to 2010. The evaluated data were age, sex, origin, Frankel scale at admission, injury mechanism, fracture type, treatment and complications in the medical records of 1,917 patients treated for fractures of the spine. The chi-square test was used to compare discrete variables and Student t test was used in the case of continuous variables, adopting a significance level of p<0.05. RESULTS: Most patients were male (85.2%, mean age 34 years, urban origin (69

  6. Tratamento cirúrgico da fratura instável do anel pélvico em pacientes esqueleticamente imaturos Surgical treatment of unstable pelvic ring fracture in skeletally immature patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Antonio Matheus Guimarães

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar o resultado do tratamento cirúrgico definitivo da fratura instável do anel pélvico na criança submetida a redução e estabilização cirúrgica. MÉTODOS: Avaliamos 10 pacientes com esqueleto imaturo que sofreram fraturas instáveis do anel pélvico tratados cirurgicamente no período entre março de 2004 a janeiro de 2008. O estudo foi retrospectivo, baseado na avaliação clínica e radiográfica. RESULTADOS: A média etária na época do trauma foi de 8,8 anos (dois a 13 anos, sendo sete do sexo feminino e três do sexo masculino. As causas dos traumas foram atropelamento em oito casos, e acidente com motocicleta e queda de altura em um caso cada. Cinco pacientes apresentavam lesões associadas, como fraturas da clavícula, diáfise do fêmur, úmero proximal, ossos da perna, olecrânio e lesão de bexiga. Todos os pacientes avaliados apresentaram excelente evolução clínica. A assimetria pélvica antes do procedimento cirúrgico variava de 0,7 a 2,9cm (média 1,45cm, e caiu para valores entre 0,2 a 0,9cm (média 0,39cm após a redução. Em nenhum dos casos houve alteração da assimetria pélvica medida no pós-operatório imediato e no fim do seguimento. CONCLUSÃO: A fratura do anel pélvico em pacientes esqueleticamente imaturos é rara e a indicação de tratamento cirúrgico não é usual. Diversos autores questionam o tratamento conservador devido às complicações encontradas. A remodelação óssea não parece suficiente para que ocorra uma melhora da assimetria pélvica, fator que justifica a opção pelo tratamento cirúrgico para a redução e correção das deformidades do anel pélvico.OBJECTIVES: To present the outcome of the definitive surgical treatment of unstable fracture of the pelvic ring in children submitted to surgical reduction and stabilization. METHODS: We studied 10 patients with immature skeletons that suffered unstable fractures of the pelvic ring treated during the period between

  7. Análise do colapso segmentar da cabeça femoral nas fraturas do acetábulo tratadas cirurgicamente Analysis of the segmental impaction of femoral head following an acetabular fracture surgically managed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pereira Guimarães

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Correlacionar a evolução radiográfica pós-operatória com as variáveis que acompanham as fraturas do acetábulo, a fim de definir o que tem valor preditivo no aparecimento do colapso segmentar da cabeça femoral. MÉTODOS: Realizada análise retrospectiva de prontuários de pacientes submetidos à cirurgia de redução aberta e fixação interna do acetábulo. Em aproximadamente 35 anos, 596 pacientes foram tratados por fratura do acetábulo; 267 foram acompanhados pelo menos por dois anos. Os demais foram excluídos por não ter sido acompanhados pelo tempo mínimo, não haver dados suficientes no prontuário ou ter sido submetidos a tratamento não operatório. O acompanhamento dos pacientes foi feito por um de três cirurgiões do grupo, utilizando a escala clínica de Merle d'Aubigné e Postel e estudos radiológicos. RESULTADOS: Somente duas variáveis estudadas, idade e qualidade da redução pós-operatória, apresentaram correlação estatisticamente significante com o colapso da cabeça femoral. CONCLUSÕES: A qualidade da redução, anatômica ou com desvio residual de até dois milímetros, apresenta evolução radiográfica satisfatória, diminuindo a probabilidade do colapso segmentar da cabeça femoral, achado que tem significância estatística.OBJECTIVE: Correlate the postoperative radiographic evaluation with variables accompanying acetabular fractures in order to determine the predictive factors for segmental impaction of femoral head. METHODS: Retrospective analysis of medial files of patients submitted to open reduction surgery with internal acetabular fixation. Within approximately 35 years, 596 patients were treated for acetabular fractures; 267 were followed up for at least two years. The others were excluded either because their follow up was shorter than the minimum time, or as a result of the lack of sufficient data reported on files, or because they had been submitted to non-surgical treatment. The

  8. Fraturas do planalto tibial Tibial plateau fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Kfuri Júnior

    2009-01-01

    Full Text Available As fraturas do planalto tibial são lesões articulares cujos princípios de tratamento envolvem a redução anatômica da superfície articular e a restauração funcional do eixo mecânico do membro inferior. Contribuem para a tomada de decisões no tratamento dessas fraturas o perfil do paciente, as condições do envelope de tecidos moles, a existência de outros traumatismos associados e a infraestrutura disponível para abordagens cirúrgicas. Para as fraturas de alta energia, o tratamento estagiado, seguindo o princípio do controle de danos, tem como prioridade a manutenção do alinhamento do membro enquanto se aguarda a resolução das más condições de tecidos moles. Já nos traumas de baixa energia, desde que os tecidos moles não sejam um fator adverso, o tratamento deve ser realizado em tempo único, com osteossíntese definitiva. Fixação estável e movimento precoce são variáveis diretamente relacionadas com os melhores prognósticos. Desenvolvimentos recentes, como os implantes com estabilidade angular, substitutos ósseos e imagens tridimensionais para controle intraoperatório, deverão contribuir para cirurgias menos invasivas e melhores resultados.Tibial plateau fractures are joint lesions that require anatomical reduction of joint surface and functional restoration of mechanical axis of a lower limb. Patient profile, soft tissue conditions, presence of associated injuries and the available infrastructure for the treatment all contribute to the decision making about the best treatment for these fractures. High-energy fractures are usually approached in a staged manner respecting the principle of damage control, and are primarily targeted to maintain limb alignment while the resolution unfavorable soft tissue conditions is pending. Low-energy trauma can be managed on a single-stage basis, provided soft tissues are not an adverse factor, with open reduction and internal f-ixation. Stable fixation and early painless joint

  9. Fratura-luxação da coluna torácica durante segundo trimestre da gestação: relato de caso e revisão da literatura Fracture-dislocation of the thoracic spine during second trimester of pregnancy: case report and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Ofenhejm Gotfryd

    2012-01-01

    Full Text Available Fraturas da coluna vertebral associadas à lesão medular raramente acometem pacientes gestantes. Os autores apresentam o caso de uma mulher de 20 anos de idade, com gestação de 20 semanas, que sofreu fratura-luxação da coluna torácica (T4-T5 e foi submetida a descompressão, redução e artrodese posterior com parafusos pediculares. Apesar de apresentar lesão medular completa, a gestação evoluiu sem intercorrências e resultou no nascimento, por parto normal, de uma criança saudável a termo. Algumas particularidades, como o cuidado com o uso de radiação ionizante, via de acesso cirúrgico e de parto, corticoterapia e complicações gestacionais em pacientes nessas condições são discutidas neste artigo. Somente uma equipe multidisciplinar, formada por médicos de diferentes especialidades (cirurgiões de coluna, obstetras e fisiatras, enfermeiras e fisioterapeutas é capaz de assistir a essas pacientes de modo satisfatório.Spinal fractures associated with spinal cord injury rarely affect pregnant patients. The authors present the case of a 20-year-old woman in her 20th week of pregnancy, who suffered fracture-dislocation of the thoracic spine (T4-T5 and underwent decompression, reduction and posterior fusion with pedicle screws. Despite the complete spinal cord injury presented, the pregnancy progressed uneventfully and resulted in birth via normal delivery of a healthy newborn at term. Some particular features of this case, like the care needed in using ionizing radiation, the surgical approach and delivery, use of steroids and pregnancy complications in such patients are discussed here. Only a multidisciplinary team composed by physicians from different specialties (spinal surgeons, obstetricians and physiatrists, nurses and physiotherapists is capable of assisting pregnant patients with spinal cord injuries satisfactorily.

  10. Tratamento das fraturas da diáfise dos ossos do antebraço em crianças e adolescentes Treatment of forearm fractures in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Pedro Nicolini

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tratamento e os desvios angulares tolerados nas fraturas diafisárias do antebraço em crianças evoca opiniões divergentes na literatura. Frente a esta indefinição, idealizamos este trabalho com o objetivo de avaliar transversalmente os métodos terapêuticos preferenciais para esta lesão durante o 39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. MÉTODO: Foram respondidos 759 questionários (13% do total de inscritos. Abordamos os aspectos gerais da amostra estudada para traçar o perfil do ortopedista questionado. Foram expostas duas situações clínicas em indivíduos de 12 (CASO 1 e 5 anos (CASO 2, sendo apresentadas radiografias com fraturas do antebraço destes pacientes. Os dados obtidos foram compilados e submetidos à análise estatística. RESULTADO: O tratamento mais indicado no CASO 1 foi redução incruenta e fixação com fios de Kirschner (26%, enquanto no CASO 2 foi redução incruenta seguida de aparelho gessado (46%. CONCLUSÃO: Entre os ortopedistas com menos de 30 anos, a escolha por tratamentos menos invasivos e aceitação de maiores angulações prevaleceu para ambos os casos. Os traumatologistas aceitam menor angulação e tendem aos tratamentos invasivos, particularmente para o CASO 2. Já o ortopedista pediátrico opta por tratamentos menos invasivos e aceita maiores desvios angulares.OBJECTIVE: The treatment and the angular deviations tolerated in diaphyseal forearm fractures in children evoke divergent opinions in literature. In view of this controversy, we idealized this study to evaluate the preferred treatment methods for this injury, during the 39th Brazilian Congress on Orthopedics and Traumatology. METHODS: A total 759 questionnaires were answered (13% of total entrants. We addressed the general aspects of the study sample to obtain a profile of the orthopedic surgeons questioned. RESULTS: Two clinical subjects were presented, aged 12 (CASE 1 and 5 years old (CASE 2, along with

  11. Uso da placa onda no tratamento das fraturas diafisárias do fêmur não consolidadas The wave plate method in non union femoral shaft fractures treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Regina Nogueira Jorge

    2006-01-01

    Full Text Available Estudou-se retrospectivamente 25 pacientes com fratura diafisária do fêmur não consolidadas e que foram tratados com placa onda. A consolidação ocorreu em 96% dos pacientes num tempo médio de 5,32 meses, variando entre três e sete meses. Vinte e um pacientes (84% foram considerados como resultados excelentes e bons nos critérios de avaliação final. O método de tratamento não ocasionou diferença no comprimento dos membros. Não ocorreram desvios rotacionais. O arco de movimento dos quadris e joelhos não foi acometido, embora em quatro pacientes (16% tenha-se encontrado limitação na flexão do joelho, esta era prévia ao tratamento com placa onda. Dois pacientes (8% tiveram infecção profunda durante o tratamento com a placa onda, recidiva de processo infeccioso prévio. Houve soltura da placa no nono mês de pós-operatório em um paciente (4%, embora tenha havido a consolidação óssea. Em outro paciente (4% a placa onda quebrou um ano e dois meses após a cirurgia, tendo-se trocado a primeira por outra placa onda e posterior consolidação. Mesmo assim, considerou-se falha do método. A placa onda é uma opção de tratamento das fraturas do fêmur não consolidadas pelas suas propriedades biomecânicas favoráveis à consolidação óssea, conferindo estabilidade sem prejudicar o suprimento sangüíneo, com características de síntese biológica.Twenty-five patients with non union femoral diaphyseal fractures treated with the wave plate method were retrospectively studied. Union was achieved in 24 patients (96% in an average time of 5.32 months, ranging from three to seven months. We observed excellent and good results in 21 patients (84% in the endpoint evaluation. This treatment approach didn't cause leg-length discrepancy. No rotational deviations were seen. The range of motion of hips and knees was not affected, although in four patients (16% knee flexion restraint was found, but previously to the wave plate treatment

  12. Suplementação de vitamina C não acelera o processo de consolidação de fratura da tíbia em ratos Supplementary vitamin C does not accelerate bone healing in a rat tibia fracture model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vincenzo Giordano

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a função da suplementação de ácido ascórbico na consolidação de fraturas da tíbia de ratos. MÉTODOS: Trinta ratos Wistar machos foram aleatoriamente divididos nos grupos Vitamina C (Grupo A e sham (Grupo B, com 15 ratos em cada grupo. Ao grupo A foram administrados 200mg/kg de ácido ascórbico por dia intraperitonialmente e ao grupo B,5ml/kg de soro fisiológico intraperitonialmente uma vez ao dia. Os animais foram separados em duplas e colocados em gaiolas, com água e ração padrão ad libitum. As fraturas foram produzidas manualmente, não foram estabilizadas nem foi usado qualquer tipo de imobilização. Duas, quatro e seis semanas após a fratura, cinco ratos de cada grupo foram anestesiados e sacrificados por deslocamento cervical. O calo foi dissecado, preparado e analisado histologicamente. A análise histomorfológica foi realizada seis semanas após a fratura e o estágio de consolidação determinado a partir de escala de cinco pontos. RESULTADOS: Não houve diferenças histológicas e histomorfológicas entre os animais nos três diferentes estágios usados no experimento. Seis semanas após a fratura, os cinco animais de cada grupo apresentaram completa consolidação óssea. CONCLUSÃO: Nas condições estudadas, a suplementação de Vitamina C não acelerou o processo de consolidação de fraturas da tíbia de ratos. Nível de evidência II, estudo individual com delineamento experimental.OBJECTIVE: To investigate the role of ascorbic acid supplementation on bone healing after rat tibia fracture. METHODS: Thirty male Wistar rats were randomly divided into Vitamin C (Group A and sham (Group B groups (15 rats each. Group A received 200 mg intraperitoneally per kg per day of ascorbic acid and Group B was given saline 5 ml per kg per day intraperitoneally once a day. The animals were caged in pairs and allowed free access to tap water and a standard rodent chow ad libitum. Fractures were produced

  13. Fasciíte necrosante pós-osteossíntese de fratura transtrocantérica do fêmur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Emílio Nascimento Santos

    2014-01-01

    Full Text Available A fasciíte necrosante é uma rara e potencialmente letal infecção de partes moles. A seguir, descreveremos o caso de uma paciente portadora de fratura transtrocantérica do fêmur que evoluiu com fasciíte necrosante após a osteossíntese da fratura. Uma revisão da literatura acerca do tema será abordada.

  14. Caracterização clínica e das situações de fratura da coluna vertebral no município de ribeirão preto, propostas para um programa de prevenção do trauma raquimedular

    OpenAIRE

    Vasconcelos,Elaine Cristine Lemes Mateus de; Riberto, Marcelo

    2011-01-01

    OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo a caracterização clínica e a avaliação das situações relacionadas ao trauma raquimedular no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto durante os anos de 2007 e 2008. MÉTODO: Levantamento de prontuários baseado nos códigos da Classificação Internacional de Doenças de fratura da coluna vertebral, exceto aquelas decorrentes de lesão por projétil de arma de fogo. Foram revisados 190 pacientes, 22 tiveram óbito confirmado, 96 foram en...

  15. Characterizing ceramics and the interfacial adhesion to resin: II- the relationship of surface treatment, bond strength, interfacial toughness and fractography Caracterização de cerâmicas e adesão à resina: II- relação entre tratamento de superfície, resistência adesiva, tenacidade de fratura da interface e fractografia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro Della-Bona

    2005-06-01

    Full Text Available The clinical success of resin bonding procedures for indirect ceramic restorations and ceramic repairs depends on the quality and durability of the bond between the ceramic and the resin. The quality of this bond will depend upon the bonding mechanisms that are controlled in part by the surface treatment that promote micromechanical and/or chemical bonding to the substrate. The objective of this review is to correlate interfacial toughness (K A with fracture surface morphological parameters of the dental ceramic-resin systems as a function of ceramic surface treatment. This analysis is designed to identify mechanisms that promote adhesion of these ceramic-resin systems and an appropriate bond test method to yield relevant adhesion performance data.O sucesso clínico de procedimentos adesivos para restaurações cerâmicas e reparo destas restaurações depende da qualidade e durabilidade da adesão entre a cerâmica e a resina. A qualidade desta adesão dependerá dos mecanismos adesivos que são controlados em parte pelo tratamento de superfície que promove uma união micro-mecânica e/ou química com o substrato. O objetivo desta revisão é correlacionar a tenacidade de fratura aparente da interface adesiva (K A com os parâmetros morfológicos da superfície de fratura de sistemas cerâmica-resina em função do tratamento da superfície cerâmica. Esta análise é desenvolvida para identificar os mecanismos que promovem a adesão nestes sistemas cerâmica-resina e uma metodologia apropriada para testar a resistência adesiva produzindo resultados relevantes da performa adesiva.

  16. Comparative study of the locked intramedullary nail and Ender pins in the treatment of tibial diaphyseal fractures Estudo comparativo entre a haste intramedular bloqueada e os pinos de Ender no tratamento das fraturas diafisárias da tíbia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Hideyo Sakaki

    2007-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To compare the locked, unreamed intramedullary nail with Ender pins in the treatment of open Gustilo grade I or II or closed tibial diaphyseal fractures of type A, B, or C2 of the AO classification. MATERIALS AND METHODS: Forty-four patients with unilateral tibial diaphyseal fractures were treated with intramedullary nails or Ender pins. Twenty patients were treated with an unreamed intramedullary nail with access via the patellar tendon with static locking. Twenty-four patients were treated with Ender pins introduced medially and laterally with respect to the tuberosity of the tibia. The main parameters analyzed were type of reduction, complications, union rate, deformities, joint mobility, pain, gait, effort capacity, presence of neurovascular disorders, and complaints related to the synthesis material. RESULTS: During 1 year of follow-up, the fractures of 90.0% of the patients with intramedullary nails and 95.7% of patients with Ender pins healed within an average of 21.5 weeks and 20.9 weeks, respectively. The significant findings were as follows: patients treated with Ender pins had less mobility of the subtalar joint; patients treated with intramedullary nails were more likely to have pain in the knee; both groups showed shortening of the tibia at the end of 1 year of treatment. CONCLUSIONS: The two methods are similar in the treatment of type A, B, and C2 tibial diaphyseal fractures.OBJETIVO: Comparar a haste intramedular bloqueada não-fresada com os pinos de Ender no tratamento das fraturas da diáfise da tíbia tipos A, B ou C2 da classificação AO, fechadas ou expostas graus I ou II de Gustilo. MATERIAIS E MÉTODOS: 44 pacientes com fratura unilateral da diáfise da tíbia, tratados com HIB ou com pinos de Ender. Vinte pacientes foram tratados com uma haste intramedular bloqueada não fresada por acesso através do tendão patelar e com bloqueio estático; vinte e quatro pacientes com pinos de Ender introduzidos medial e

  17. Fijación posterior monosegmentaria en fracturas de la columna toracolumbar Fixação posterior monossegmentar nas fraturas da coluna toracolombar Posterior monosegmental fixation in thoracolumbar spine fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fleiderman Valenzuela

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar los resultados de la fijación pedicular posterior monosegmentaria en el manejo de las fracturas toracolumbares, buscando las variables que influyen en la falla de esta técnica. MÉTODOS: Serie de casos operados en un período de 10 años. Se identificaron 33 pacientes. 5 fueron eliminados por insuficiencia de datos. 28 pacientes fueron evaluados, la edad promedio fue 36 años con una mediana de seguimiento de 30 meses. Se definió fracaso radiológico del tratamiento como falla del implante y/o un aumento de la cifosis local > o = a 10º en el último control radiográfico respecto al posoperatorio inmediato. Se definió mal resultado clínico como: el desarrollo de complicaciones, el reposo laboral mayor al p90 de la muestra y/o la incapacidad para retornar al trabajo. RESULTADOS: Cuatro pacientes (14% presentaron falla radiológica del tratamiento. Tuvimos tres complicaciones precoces y 2 tardías, con un 92,8% de retorno al mismo trabajo tras un promedio de 3,4 meses de reposo laboral. No observamos correlaciones estadísticas al analizar las variables estudiadas con respecto a la falla de la cirugía. Conclusión: La fijación monosegmentaria tiene buenos resultados en el tratamiento de las fracturas toracolumbares. En nuestra serie, tuvimos buenos resultados clínicos en un 93% y radiológicos en el 86% de los pacientes. No observamos correlaciones estadísticas con respecto a la falla de la cirugía, sin embargo, los pacientes que fallaron radiológicamente tenían mayor cifosis preoperatoria y/o mayor corrección posoperatoria.OBJETIVO: Avaliar os resultados da fixação pedicular posterior monossegmentar no manejo das fraturas toracolombares, buscando as variáveis que influenciam a falha da técnica. MÉTODOS: Série de casos operados em um período de 10 anos. Foram identificados 33 pacientes. Cinco foram eliminados devido à insuficiência de dados. Dos 28 pacientes avaliados, a idade média foi de 36 anos com m

  18. Fratura de mandíbula: análise de 293 pacientes tratados no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia Mandibular fracture: analysis of 293 patients treated in the Hospital of Clinics, Federal University of Uberlândia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Gomes Patrocínio

    2005-10-01

    Full Text Available A fratura de mandíbula ocupa o segundo lugar entre as fraturas dos ossos da face, tendo havido aumento significativo de casos nos últimos anos. A não-identificação e o tratamento inadequado podem levar à deformidade estética ou funcional permanente. OBJETIVO: Avaliar os casos submetidos à redução de fratura de mandíbula no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, entre janeiro de 1974 e dezembro de 2002. FORMA DE ESTUDO: coorte historica. PACIENTES E MÉTODO: Duzentos e noventa e três pacientes foram submetidos à redução de fratura de mandíbula e retrospectivamente foram avaliados segundo fatores relacionados a: paciente, trauma, quadro clínico e tratamento cirúrgico. RESULTADOS: Houve uma clara tendência de aumento do número de fraturas de mandíbula ao longo dos anos. Houve um predomínio no sexo masculino (4:1, com pico de ocorrência entre 20 a 29 anos. As principais causas de fratura da mandíbula neste estudo foram acidentes de trânsito e violência, perfazendo juntas 72,4%. Cento e trinta e cinco pacientes apresentavam fratura única. Os sítios mais acometidos foram, em ordem decrescente, sínfise, côndilo, ângulo, corpo, ramo e processo coronóide. Foram realizadas redução incruenta (28, cruenta (213 e associação das duas (11 pacientes, sendo que 56,8% dos pacientes foram tratados nos primeiros 3 dias e 50,4% recebeu a alta hospitalar até o primeiro pós-operatório. Cerca de 10% dos pacientes apresentaram complicações, sendo osteomielite a mais freqüente. CONCLUSÃO: A incidência de fraturas de mandíbula foi marcadamente maior no sexo masculino, durante a terceira década de vida. A causa mais comum foi o acidente de trânsito e as regiões mais atingidas foram sínfise e côndilo. As fraturas isoladas de mandíbula ocorreram em mais de metade dos casos. A maioria dos pacientes foi tratada nos primeiros três dias e recebeu alta até o primeiro pós-operatório. A redução cruenta

  19. Artroplastia total do joelho em paciente com pseudoartrose de fratura de Hoffa: relato de caso Total knee arthroplasty in a patient with Hoffa fracture pseudarthrosis: case report

    OpenAIRE

    Rodrigo Pires e Albuquerque; Vincenzo Giordano; Ney Pecegueiro do Amaral; Antônio Carlos Pires Carvalho; João Maurício Barretto

    2011-01-01

    Os autores relatam a rara ocorrência de um caso de pseudoartrose de fratura de Hoffa em um paciente alcoólatra com geno valgo associado à insuficiência venosa que foi submetido a artroplastia total do joelho. Fazem uma revisão da literatura e discutem os principais fatores de indicação cirúrgica de artroplastia total do joelho após fratura do joelho. A artroplastia total do joelho foi uma opção viável em um paciente de 60 anos com pseudoartrose de fratura de Hoffa e comorbidades.A rare occurr...

  20. Correlação entre o momento da cirurgia e a ocorrência de complicações per-operatórias no tratamento das fraturas trocanterianas do fêmur Correlation between timing of surgery and the occurrence of perioperative complications in the treatment of trocantheric femoral fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Barros Mascarenhas

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estabelecer se há correlação entre o momento da cirurgia e a ocorrência de complicações intra e pós- operatórias no tratamento das fraturas trocanterianas do fêmur no idoso. MÉTODO: Estudo retrospectivo avaliando o histórico de 281 pacientes operados entre 2000 e 2009 no Hospital das Clinicas da FMRP-USP. As variáveis avaliadas foram: sexo, idade, data, mecanismo do trauma, momento da admissão, tipo da fratura, complicações pré e pós- operatórias, tempo entre o trauma e a cirurgia, horário e duração da cirurgia, implante utilizado, Tip Apex Distance (TAD, tempo de hospitalização, re-operações. De acordo com o horário da cirurgia os casos foram divididos em dois grupos: Horário Comercial (7:00 - 17:00 x Horário Plantão (17:01 - 6:59. RESULTADOS: Houve um predomínio de cirurgias no horário comercial, na proporção aproximada de 5:1. O intervalo de tempo médio entre a data do trauma e a cirurgia foi de três dias. Não houve diferença estatística entre os grupos (hora comercial x plantão relacionada ao TAD médio, tipo da fratura, implante, complicações sistêmicas e mortalidade em um ano. O tempo médio entre o trauma e a cirurgia foi três dias. CONCLUSÕES: Para pacientes que são admitidos ou operados com mais de 24 horas decorridas do trauma, o horário da cirurgia não se mostrou uma variável relevante, no que diz respeito à ocorrência de complicações per operatórias. Em nossa realidade, é preferível realizar a fixação destas fraturas em horário comercial, dispondo de completa infra-estrutura de recursos humanos e técnicos.OBJECTIVE: This study aimed to verify if there is any relationship between the time of surgery and per operative complications in the treatment of intertrochanteric femoral fractures. METHOD: The records of 281 patients operated between the years of 2000 and 2009 were evaluated retrospectively. The variables taken into account were sex, age, date and mechanism of

  1. Fraturas com arrancamento do anel apofisário ("limbus" póstero-superior da vértebra L5, associado com hérnia discal pré-marginal em atletas Avulsion fractures of apophysial ring ("limbus" posterior superior of the L5 vertebra, associated to pre-marginal hernia in athletes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Barros Puertas

    2002-03-01

    Full Text Available O aumento de adolescentes praticando esportes de forma cada vez mais competitiva tem causado o aumento de lesões relacionadas à prática desportiva. A dor lombar é uma queixa freqüente entre os atletas, geralmente relacionada a contraturas da musculatura paravertebral e fraturas ( espondilólise devido ao excesso de treinamento e aplicação de técnicas incorretas. Porém, outras etiologias podem causar a dor lombar, como processos infecciosos, tumorais e fraturas. As fraturas com arrancamento do anel apofisário são lesões incomuns e raramente ocorrem na região póstero-superior da vértebra L5. Os relatos da literatura mostram que o local mais acometido é a região póstero-inferior da vértebra L4. Apresentamos dois casos de atletas jovens com esta incomum lesão. O objetivo deste trabalho é discutir a possível etiologia, os melhores métodos para o diagnóstico e possíveis formas de tratamento desta patologia.The number of sport related injuries has raised as the increasing number of adolescents practicing competitive sports. Lumbar pain is a frequent complaint among young athletes. It is usually related to the contracture of paravertebral muscles and fractures (spondylolysis caused by excessive practicing and incorrect techniques. However, other etiologies can cause lumbar pain, such as infectious processes, tumor and fractures. Avulsion fractures of the apophysial ring are uncommon lesions which rarely happen in the posterior superior area of the L5 vertebra. The literature shows that the most susceptible place to injuries is the posterior inferior area of the L4 vertebra. This paper presents two cases of young athletes with this unusual lesion. The objective of this work is to discuss the possible etiology and the best diagnostic and treatment procedures for this pathology.

  2. Fraturas da extremidade proximal do úmero: estudo comparativo entre dois métodos de fixação Proximal humerus fractures: comparative study of two different fixation methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Souza e Silva Morelli

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o resultado do tratamento das fraturas da extremidade proximal do úmero. osteossíntese com a placa em t de pequenos fragmentos (grupo a, promovendo uma estabilização relativa, em contraposição à placa com parafusos bloqueados (grupo b. MÉTODOS: São alocados de forma aleatória 18 pacientes e avaliados prospectivamente, segundo critérios clínicos, escala funcional e parâmetros radiográficos da redução obtida. RESULTADOS: Pela escala analógica de dor a média aos seis meses de evolução foi 2,1 para o grupo a e 2,2 para o grupo b, a amplitude de elevação no grupo a foi de 140ºe de 143ºno grupo b e a pontuação na escala funcional da ucla foi respectivamente 30 e 31. Nas radiografias avaliadas; no grupo a, três pacientes obtiveram ângulos medidos após a estabilização entre 0º e 10º de desvio em relação à anatomia normal e seis entre 11º e 40º, no grupo b sete pacientes com ângulos entre 0º e 10º e dois entre 11º e 20º. CONCLUSÕES: Nos resultados precoces e tardios não ocorreram diferenças clínicas e funcionais nos dois grupos, prevalecendo uma alta incidência de bons resultados. as medidas radiográficas das reduções obtidas ficaram mais próximas do anatômico no grupo tratado com placas bloqueadas.OBJECTIVES: The present study compares results of the treatment of patients with proximal humerus fractures using two different fixation methods: the t plate (group a for small segments that provides a relative stabilization is compared to the locking screw plate that promotes a rigid fixation. METHODS: eighteen patients were randomly divided into two groups and evaluated prospectively according to clinical aspect, functional score and radiographic parameters of displacement after fixation. RESULTS: using the visual analogue scale - vas, the mean pain at six months of follow-up was 2.1 for group a and 2.2 for group b. the mean range of forward elevation was 140º in group a and 143º in

  3. Estudo comparativo da resistência à fratura de pré-molares superiores íntegros e restaurados com amálgama aderido Comparative study of the fracture resistance of sound upper premolars and upper premolars restored with bonded amalgam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Marcelo Peruchi Minto

    2002-06-01

    Full Text Available No presente estudo avaliou-se, in vitro, a resistência à fratura de pré-molares superiores preparados com cavidades de classe II compostas (conservadoras e extensas restauradas com amálgama aderido a dois tipos diferentes de sistemas adesivos. Setenta dentes foram divididos em 4 grupos: grupo 1 ou controle com 10 dentes íntegros; grupo 2 com 20 dentes, sendo 10 cavidades conservadoras e 10 extensas restauradas com amálgama sem qualquer tipo de forramento. O grupo 3 e o grupo 4 foram compostos da mesma forma que o grupo 2, sendo que o primeiro recebeu cimento de ionômero de vidro (Vitrebond - 3M e o segundo, adesivo dental (Scotchbond Multi-Purpose Plus - 3M, antes de serem restaurados. Os dentes haviam sido incluídos anteriormente em cilindros de PVC e fixados com resina acrílica. Após serem restaurados e termociclados, foram submetidos à fratura por força de compressão em uma máquina universal de testes EMIC-MEM 2000. Após análise de variância e aplicação do teste complementar de Tukey, concluiu-se que os sistemas adesivos utilizados condicionaram o aumento da resistência à fratura da estrutura dental nas cavidades convencionais, sendo os dentes com cavidades conservadoras mais resistentes em qualquer condição experimental.The purpose of this in vitro study was to determine the fracture resistance of upper premolars which had received class II preparations (conservative and extensive and were restored with bonded amalgam, with two different adhesive systems. Seventy teeth were divided in four groups: group 1 (control, with ten sound teeth; group 2, with twenty prepared teeth (10 teeth received conservative cavities and 10, extensive cavities restored with amalgam without any kind of liner; groups 3 and 4, similar to group 2, though with linings of glass ionomer cement (Vitrebond - 3M (group 3 and dental adhesive (Scotchbond Multi-Purpose Plus - 3M (group 4. The teeth were previously fixed in PVC cylinders with acrylic

  4. Epidemiologia das fraturas zigomáticas: uma análise de 10 anos = Zygomatic fractures epidemiology: a 10-year-analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gondola, Abdiel Ortega

    2006-01-01

    Full Text Available Devido a sua localização e projeção no complexo maxilofacial, o osso zigomático apresenta elevado índice de fratura comparando-o às demais fraturas dos ossos da face. Estudos epidemiológicos sempre são de grande importância para o cirurgião BucoMaxiloFacial, pois fornecem dados pelos quais se pode traçar o perfil das fraturas faciais e analisar a efetividade dos métodos de tratamento empregados. No presente trabalho foi realizado um levantamento epidemiológico retrospectivo de 10 anos dos pacientes atendidos no Hospital Infantil Maria Lucinda que apresentavam fratura do complexo zigomático. A amostra foi composta por 153 pacientes portadores de fratura do complexo zigomático, onde foram analisados comparativamente os indicadores gênero, faixa etária, etiologia do trauma e localização topográfica da fratura. Os resultados obtidos mostraram o gênero masculino como o mais acometido (83,6%, a faixa etária de 21 a 40 anos (71,2% mais freqüente, tendo como causa principal a queda da própria altura (39,9% e o osso zigomático esquerdo como a localização mais afetada (49,7%

  5. Fratura de pelve: um marcador de gravidade em trauma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto de Moraes Cordts Filho

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar se a presença de fratura de pelve é associada à maior gravidade e pior prognóstico em vítimas de trauma fechado. MÉTODOS: análise retrospectiva dos protocolos e prontuários das vítimas de trauma fechado admitidas de 10/06/2008 a 10/03/2009, separadas em dois grupos: com fratura de pelve (Grupo I e os demais (Grupo II. Foram avaliados dados do pré-hospitalar e admissão, índices de trauma, exames complementares, lesões diagnosticadas, tratamento e evolução. Utilizamos os testes t de Student, Fisher e qui-quadrado na análise estatística, considerando p<0,05 como significativo. RESULTADOS: No período de estudo, 2019 politraumatizados tiveram protocolos preenchidos, sendo que 43 (2,1% apresentaram fratura de pelve. Os doentes do grupo I apresentaram, significativamente, menor média de pressão arterial sistêmica à admissão, maior média de frequência cardíaca à admissão, menor média da escala de coma de Glasgow, maior média nos AIS em segmentos cefálico, torácico, abdominal e extremidades, bem como, maior média do ISS e menor média de RTS e TRISS. O grupo I apresentou, com maior frequência, hemorragia subaracnoidea traumática (7% vs. 1,6%, trauma raquimedular (9% vs. 1%, lesões torácicas e abdominais, bem como necessidade de laparotomias (21% vs. 1%, drenagem de tórax (32% vs. 2% e controle de danos (9% vs. 0%. As complicações foram mais frequentes no grupo I: SARA (9% vs. 0%, choque persistente (30% vs. 1%, coagulopatia (23% vs. 1%, insuficiência renal aguda (21% vs. 0% e óbito (28% vs. 2%. CONCLUSÃO: a presença de fratura de pelve é um marcador de maior gravidade e pior prognóstico em vítimas de trauma fechado.

  6. Biomecânica de quatro técnicas de fixação da fratura em quatro partes da cabeça umeral Biomechanics of four techniques for fixation of the four-part humeral head fracture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elpídio da Graça

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar um estudo biomecânico de quatro técnicas de fixação das fraturas em quatro partes da cabeça umeral. MÉTODOS: A fratura foi reproduzida em 40 úmeros plásticos, divididos em grupos de dez conforme a técnica de fixação, cada uma delas empregando diferentes recursos de fixação, em configurações distintas. Os modelos umerais foram montados em uma escápula de alumínio, com tiras de couro mimetizando os tendões do capuz rotador, e submetidos a ensaios de encurvamento e de torção em uma máquina universal de ensaios, usando a rigidez relativa como parâmetro de avaliação. Montagens com o úmero intacto foram analisadas para comparação. RESULTADOS: O comportamento biomecânico das técnicas de fixação variou dentro de uma ampla faixa, as montagens incluindo a placa DCP e os parafusos de 4,5mm de diâmetro sendo significantemente mais rígidos do que as montagens com os fios de Kirschner e os parafusos 3,5 mm de diâmetro. CONCLUSÃO: As quatro técnicas foram capazes de suportar cargas compatíveis com a demanda fisiológica, mas aquelas com a maior rigidez relativa devem ser as preferidas para finalidades clínicas. Trabalho experimental.OBJECTIVE: To carry out a biomechanical study of four techniques for fixation of four-part humeral head fractures. METHODS: The fracture was reproduced in 40 plastic humeri, divided into groups of ten according to the fixation technique, each one employing different fixation resources, in different configurations. The humeral models were mounted on an aluminum scapula, with leather straps simulating the rotator cuff tendons, and submitted to bending and torsion tests in a universal testing machine, using relative stiffness as an evaluation parameter. Assemblies with intact humeri were analyzed for comparison. RESULTS: The biomechanical behavior of the fixation techniques varied within a wide range, where the assemblies including the DCP plate and the 4.5mm diameter screws

  7. ANÁLISE CLÍNICA E HISTOLÓGICA DA UTILIZAÇÃO DA RESINA ACRÍLICA AUTOPOLIMERIZÁVEL NAS FRATURAS DE MANDÍBULA E MAXILA E SEPARAÇÃO DA SÍNFISE MENTONIANA EM CÃES E GATOS CLINICAL AND HISTOLOGICAL EVALUATION OF ACRYLIC RESIN IN THE FRACTURE OF THE MANDIBLE AND MAXILLA AND SEPARATION OF MANDIBULAR SYMPHISIS IN DOGS AND CATS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Gioso

    2001-04-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido em duas fases. A primeira constou de aplicação de resina acrílica autopolimerizável sobre dentes de cães experimentais, sem condicionamento ácido do esmalte dental; a gengiva foi analisada histologicamente nos períodos de um, três, sete, 14, 21 e 30 dias. A segunda fase foi conduzida em 20 cães e 10 gatos com fraturas do sistema estomatognático, atendidos no Ambulatório Central da FMVZ/USP. Nessa segunda fase, clínica, foi aplicado condicionamento ácido do esmalte. A resina era usada nas fraturas rostrais às raízes distais do primeiro molar inferior e do quarto pré-molar superior, bem como na separação da sínfise mentoniana. Os resultados da primeira fase mostraram que mesmo sem o condicionamento ácido houve aderência da resina acrílica sobre os dentes, embora houvesse necessidade de maior volume do material, o que provocou ulcerações dos tecidos moles da boca. Essa fase também evidenciou, à sondagem, que o epitélio de aderência sulcular permaneceu aderido, além de gengivite, ulceração da gengiva, língua e mucosa alveolar. A análise histológica revelou predominantemente ulceração dos tecidos em contato com a resina. Na segunda fase, todos os animais evidenciaram consolidação óssea das fraturas, além de gengivite e ulceração. Lesões periodontais foram encontradas em dois animais dos quais a resina foi removida tardiamente, com quatro e 12 meses após a aplicação, respectivamente. Em ambas as fases, os animais adaptaram-se bem à resina sobre os dentes.This paper was performed in two phases. In the first one, the stability of the acrylic resin over the teeth of dogs, without enamel acid conditioning, the clinical and histological reaction on the gingiva were analyzed in periods of 1, 3, 7, 14, 21 and 30 days. The second phase was conducted in 20 dogs and 10 cats, with acid etching technique. The resin was used in the rostral fractures to the distal roots of the lower first

  8. O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS) The burden of osteoporosis in Brazil: regional data from fractures in adult men and women - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS)

    OpenAIRE

    Pinheiro, Marcelo M; Rozana M Ciconelli; Natielen de O Jacques; GENARO, Patrícia S; Martini, Lígia A; Marcos B Ferraz

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study) é um estudo epidemiológico, de base populacional, realizado em amostra representativa de mulheres e homens brasileiros, de idade superior a 40 anos, com o objetivo de identificar os principais fatores clínicos de risco associados com fratura por baixo impacto. Nesse artigo são apresentados os principais resultados do estudo, de acordo com cada região do país. PACIENTES E MÉTODOS: Um total de 2.420 indivíduos, provenientes das c...

  9. Efeitos da suplementação com creatina e cafeína sobre a força de fratura óssea em ratos submetidos a exercício de saltos verticais

    OpenAIRE

    Franco,Frederico Souzalima Caldoncelli; Costa, Neuza Maria Brunoro; Oliveira, Tânia Toledo de; Gomes,Gilton de Jesus; Silva,Karina Ana da; Natali,Antônio José

    2012-01-01

    Este estudo investigou se a suplementação com creatina e cafeína, isoladamente ou combinadas, interfere na força de fratura óssea em ratos jovens exercitados. Os ratos foram divididos aleatoriamente em oito grupos: sedentários placebo, exercitado placebo, sedentário creatina, exercitado creatina, sedentário cafeína, exercitado cafeína, sedentário creatina + cafeína e treinado creatina + cafeína. Os grupos suplementados receberam creatina (carga: 0,430g/kg de peso corporal, por sete dias; e ma...

  10. Fixação das fraturas da extremidade distal do rádio pela técnica de kapandji modificada: avaliação dos resultados radiológicos Fixation of fractures of the distal extremity of the radius using the modified kapandji technique: evaluation of the radiological results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Piva Neto

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Demonstrar uma opção simples e eficaz para o tratamento das fraturas da extremidade distal do rádio com o uso de fios de Kirschner. MÉTODOS: No período de setembro de 2008 a abril de 2009, foram tratados, cirurgicamente, 48 pacientes com fraturas da extremidade distal do rádio classificadas como A3 pela classificação AO, usando uma modificação da técnica de Kapandji. RESULTADOS: Dos 48 punhos operados, 42 (87,5% apresentaram mensurações pós-operatórias dentro dos limites considerados adequados. Utilizamos os parâmetros de McQuenn e Caspers, que consideram uma angulação radial maior que 19º e uma angulação volar menor que -12º. Todas as medidas de inclinação volar do rádio pós-operatórias estiveram abaixo de -3º. O valor da inclinação radial pré-operatória média era de 13,14º e a medida pós-operatória foi de 21,18º. O valor médio da inclinação volar pré-operatória era 28,75º e a mensuração da inclinação volar pós-operatória era 3,31º. A média da altura radial pré-operatória era 5,25mm e a medida pós-operatória foi 9,48mm. CONCLUSÃO: A técnica descrita tem excelente estabilidade para o tratamento das fraturas da extremidade distal do rádio classificadas como A3, é de fácil execução, minimamente invasiva, com mínimas complicações cirúrgicas e é de baixo custo.OBJECTIVE: To demonstrate a simple and efficacious option for treating fractures of the distal extremity of the radius using Kirschner wires. METHODS: Between September 2008 and April 2009, 48 patients with fractures of the distal extremity of the radius, classified as A3 according to the AO classification, were treated surgically using a modification of the Kapandji technique. RESULTS: Out of the 48 wrists operated, 42 (87.5% presented postoperative measurements within the acceptable limits. We used the parameters of McQuenn and Caspers who considered that the radial angulation should be wider than 19° and the volar

  11. Mucocele in concha bullosa : a case report

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Park, Man Soo; Kim, Hong Cheol; Kim, Nam Hyeon; Jeong, Seung Moon; Ryu, Dae Sik [Kangnung Hospital, Kangnung (Korea, Republic of)

    1998-05-01

    Concha bullosa is an aerated middle turbinate. It has its own mucociliary transport system that drains into the frontal recess or middle meatus via the sinus lateralils. Like the other sinus, it may be the site for mucocele. We report a case of mucopyocele of the concha bullosa. (author). 9 refs., 1 fig.

  12. Vertebroplastia percutânea: opção de tratamento para a fratura vertebral osteoporótica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Figueiredo Nicandro

    2003-01-01

    Full Text Available A vertebroplastia percutânea (VP é procedimento minimamente invasivo que visa tratar a dor local decorrente de fratura do tipo compressão da coluna vertebral. A VP está indicada para o alívio da dor grave e incapacitante da coluna vertebral, em pacientes com fraturas vertebrais decorrentes de osteoporose, metástases (osteolíticas, mieloma e hemangioma agressivo. Analisamos os resultados da VP realizadas em 18 vértebras de 11 pacientes. Houve melhora acentuada da dor em 90,9% dos casos. O retorno às atividades habituais ocorreu em 77,8% até o primeiro mês. De acordo com os dados da literatura e em nossa casuística, a VP se mostrou opção terapêutica promissora nos casos selecionados.

  13. Análise clínica e biomecânica do efeito do diclofenaco sódico na consolidação da fratura da tíbia no rato Clinical and biomechanical analysis of the effect of diclofenac sodium in tibial fracture healing in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Swain Müller

    2004-12-01

    Full Text Available Os AINH (Antiinflamatórios não hormonais são agentes utilizados na prática clínica que interferem no processo inflamatório pela inibição da síntese de prostaglandinas e tromboxanos. Alguns trabalhos experimentais investigaram sua ação no processo de consolidação de fraturas, por meio de estudos clínicos e histológicos, sendo escassas as análises biomecânicas. Nesse estudo foram utilizados 20 ratos da linhagem Wistar, divididos aleatoriamente em dois grupos iguais: grupo A (controle e grupo B (tratado com diclofenaco sódico. Em ambos os grupos foram realizadas fraturas abertas, após perfuração, na tíbia direita. A administração da droga foi via intramuscular, dose única diária, por 28 dias. Os animais foram pesados semanalmente. Após o sacrifício as tíbias foram dissecadas, pesadas e submetidas a ensaio biomecânico de flexão analisando-se carga máxima, deformação e coeficiente de rigidez. Observou-se que no grupo tratado com AINH não houve aumento do peso corpóreo a partir da segunda semana e as tíbias fraturadas foram mais pesadas. Neste grupo o calo ósseo suportou menor carga máxima, apresentando maior deformação e menor coeficiente de rigidez. Nos animais tratados, o osso não fraturado também se mostrou menos rígido. Concluiu-se, nas condições estudadas, que o DS alterou o processo de consolidação e o metabolismo ósseo, levando a retardo na maturação do calo e menor rigidez do osso intacto, respectivamente.The antinflammatories are agents utilized on clinical practice that interfere on inflammatory process by synthesis inhibition of prostaglandin and tromboxanes. Some experimental studies investigated their action on the fractures consolidation process, through clinical and histological studies, as the biomechanical analyses are scarce. In this study, 20 (twenty Wistar pedigree rats were used, aleatory divided into two groups: A group (control and B group (treated with diclofenac. In both

  14. Avaliação da redução por ligamentotaxia nas fraturas toracolombares tipo explosão Evaluación de la reducción por ligamentotaxia en las fracturas toracolumbares tipo explosión Evaluation of the reduction by ligamentotaxis in thoracolumbar burst fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Beckhauser da Silva

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a correção da cifose, da altura do corpo vertebral e da redução dos fragmentos retropulsados nas fraturas toracolombares tipo explosão por ligamentotaxia. MÉTODOS: estudo retrospectivo avaliando um total de 238 pacientes com fraturas toracolombares tipo explosão do grupo A3 pela classificação de Magerl et al., dos quais 63 deles elegíveis para a pesquisa. Todos foram tratados com fixador interno pedicular e tinham imagens radiográficas e tomográficas pré e pós-operatórias. RESULTADOS: No estudo, foi constatada, no pós-operatório imediato, uma correção da cifose vertebral no local da fratura de 87%, com correção de 51% na altura do corpo vertebral e redução de 40% dos fragmentos retropulsados intracanal. CONCLUSÕES: o uso de fixador interno por via posterior permite, ao realizar ligamentotaxia, a restauração da altura do corpo vertebral fraturado, do alinhamento sagital da coluna e descompressão do canal espinhal, minimizando as comorbidades em relação à cirurgia pela via anterior e à laminectomia para descompressão do canal.OBJETIVO: evaluar la corrección de la cifosis, de la altura del cuerpo vertebral y de la reducción de los fragmentos retro pulsados en las fracturas toracolumbares tipo explosión por ligamentotaxia. MÉTODOS: estudio retrospectivo evaluando un total de 238 pacientes con fracturas toracolumbares tipo explosión del Grupo A3 por la clasificación de Magerl et al., de los cuales 63 de ellos fueron elegidos para la investigación. Todos fueron tratados con fijador interno pedicular y tenían imágenes radiográficas y de tomografías pre y postoperatorias. RESULTADOS: en el estudio, se constató en el postoperatorio inmediato una corrección de la cifosis vertebral en el local de la fractura de 87% con corrección de 51% en la altura del cuerpo vertebral, y una reducción de 40% de los fragmentos retro pulsados intracanal. CONCLUSIONES: el uso del fijador interno por v

  15. Fraturas do côndilo mandibular: classificação e tratamento Mandibular condylar fractures: classification and treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz C. Manganello

    2002-10-01

    Full Text Available As fraturas do côndilo mandibular, dentre as fraturas faciais, são as que apresentam o maior número de controvérsias quanto ao seu tratamento e maior dificuldade de diagnóstico. A escolha de um tratamento - cirúrgico, bloqueio maxilo-mandibular, fisioterapia elástica ou associação -, está diretamente ligado ao tipo de fratura, à idade do paciente e ao grau de alteração funcional em decorrência da fratura. Os exames por imagens são importantes para o diagnóstico e classificação da fratura, no entanto, os achados clínicos são mais relevantes na indicação de um tratamento cirúrgico ou conservador. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma classificação das fraturas do côndilo relacionada com o seu tratamento e relatar dois casos clínicos, sendo um tratado de forma cirúrgica e o outro conservadoramente, discutindo as vantagens e desvantagens do tratamento cirúrgico, bem como as indicações e contra-indicações.Condylar fractures are considered one of the most controversial fractures in face regarding treatment and diagnostic difficulty. Choosing the best treatment, such as surgery, inter maxillary fixation, physiotherapy or their association is directly related to fractures type, patient age and functional impairment degree. Clinical findings are relevant for proper diagnostic but image is fundamental for a precise treatment indication. We present a novel classification based on the condyle deviation and also propose a treatment for each type of fracture regarding age and clinical symptoms. We illustrate this paper with a description of two cases, one submitted to surgical and other to clinical treatment.

  16. Avaliação clínica e radiográfica da cifoplastia no tratamento das fraturas vertebrais por osteoporose Evaluación clínica y radiográfica de la cifoplastia en el tratamiento de las fracturas vertebrales por osteoporosis Clinical and radiological evaluation of kyphoplasty in the treatment of osteoporotic spinal fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Peres de Mendonça

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar os resultados clínicos, radiológico e possíveis complicações de pacientes submetidos à cifoplastia no tratamento das fraturas por osteoporose dolorosas que não respondem ao tratamento conservador. MÉTODOS: foram avaliados 24 pacientes com fraturas osteoporóticas tratados através da cifoplastia. Destes, 19 (76% eram do sexo feminino e 5 (24% do masculino. A média de idade foi de 71,3 anos. A média de seguimento foi de 19 meses, variando de 3 a 29 meses. Os pacientes foram avaliados em relação à dor por meio da escala visual analógica (EVA no pré-operatório e no último dia de seguimento. Também foi realizada uma análise radiográfica na qual se comparou o ganho de altura do muro anterior (A, terço médio do corpo vertebral (M, muro posterior (P e ganho de cifose local (C. RESULTADOS: foram analisados 24 pacientes com 34 fraturas. Destes, 15 (62,5% apresentavam fratura única e 9 (37,5% apresentavam fraturas múltiplas. Dessas fraturas, 20 (58,8% eram na coluna torácica e 14 (42,2% lombares. A média do EVA no pré-operatório era de 9,3, passando para 3,2 no último seguimento (melhora de 6,1 pontos. O ganho médio de altura do corpo vertebral foi de 0,73 mm na porção anterior, 1,3 mm na porção média e 0,5 mm na porção posterior. A melhora da cifose foi, em média, de 1,32º - de 11,06º no pré para 12,4º no pós-operatório. Em relação a complicações, houve um caso de extravasamento do cimento para o espaço discal superior, assintomático e um caso de fratura do nível adjacente tratado com nova cifoplastia. CONCLUSÃO: a cifoplastia se mostrou uma técnica cirúrgica segura e efetiva para o tratamento da dor. Não foi observado ganho significativo da altura vertebral e da cifose vertebral.OBJETIVO: analizar los resultados clínicos, radiológicos y posibles complicaciones de pacientes sometidos a la cifoplastia en el tratamiento de las fracturas por osteoporosis dolorosas que no responden

  17. A visão do ortopedista brasileiro sobre a descarga parcial de peso em ortostase nas fraturas expostas da diáfise da tíbia após osteossíntese The view of Brazilian orthopedists on partial weight bearing in open fractures of the tibial shaft following osteosynthesis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria R. G. Sella

    2009-12-01

    Full Text Available CONTEXTUALIZAÇÃO: As fraturas da diáfise da tíbia são as mais frequentes dentre as dos ossos longos. Há descrições na literatura, de acordo com o método e dispositivo de tratamento, com recomendações que vão desde a descarga total até a proibição do suporte de peso corporal em ortostase. Existem estudos comparando os dispositivos de osteossíntese e os diversos aspectos cirúrgicos, porém não são encontradas referências que descrevam como e quando se deve liberar a descarga sobre o membro acometido na posição ortostática. OBJETIVOS: Verificar, entre os ortopedistas brasileiros, qual ou quais são os métodos de osteossíntese adotados para o tratamento de fraturas expostas de tíbia, se indicam o tratamento fisioterápico, quando e quais fatores influem para liberar a descarga parcial em ortostase, tanto para a função quanto para a fisioterapia. MÉTODOS: 235 ortopedistas responderam a um questionário durante o XIV Congresso Brasileiro de Trauma Ortopédico. RESULTADOS: Os resultados mostraram que, no Brasil, o dispositivo de osteossíntese mais utilizado é o fixador externo (FE, porém a descarga de peso em pé ocorre mais precocemente quando são utilizadas as hastes intramedulares. A grande maioria dos ortopedistas indica fisioterapia, e o período para liberação de descarga de peso parcial em ortostatismo varia de acordo com o material de síntese utilizado. Conclusões: Concluiu-se que há preferência pelos FEs, a grande maioria indica tratamento fisioterápico e o material de síntese influencia o tempo de liberação de descarga parcial de peso em ortostatismo.BACKGROUND: Tibial shaft fractures are the most frequent among long bone fractures. They are described in the literature according to the device and method of treatment, with recommendations that range from full weight bearing to non-weight bearing restrictions. There are studies comparing osteosynthesis devices and surgical aspects, but no references

  18. Vertebroplasty and kyphoplasty: complementary tecniques for the treatment of painful osteoporotic vertebral compression fractures Vertebroplastia y cifoplastia: técnicas complementarias para el tratamiento de la fractura vertebral osteoporótica dolorosa tipo compresión Vertebroplastia e cifoplastia: técnicas complementares para o tratamento da fratura vertebral osteoporótica dolorosa tipo compressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessio Lovi

    2009-03-01

    osteomalacia. RESULTADOS: ciento treinta y cuatro pacientes fueron incluidos de acuerdo con los criterios del estudio. El promedio de edad fue 67.7 años. El seguimiento promedio fue de 33 meses. Diez pacientes no fueron seguidos y 154 llegaron a un seguimiento mínimo de dos. 118 pacientes (69.5% fueron sometidos a la vertebroplastia y 36 (30.5% a la cifoplastia. Complicaciones ocurrieron en cinco pacientes tratados por vertebroplastia, siendo que un paciente presentó neuropatía intercostal transitoria y cuatro pacientes una fractura por compresión en la vértebra adyacente. No fue observada diferencia entre los índices de la evaluación del dolor y del cuestionario de Oswestry. CONCLUSIÓN: después del seguimiento promedio de tres años fueron observados resultados satisfactorios con la utilización de la vertebroplastia o cifoplastia para el tratamiento de las fracturas osteoporóticas por compresión. Ambas técnicas mostraron buenos resultados de acuerdo con su indicación específica.OBJETIVO: estudo prospectivo para avaliar a utilização da cifoplastia e vertebroplastia como técnicas complementares para o tratamento das fraturas osteoporóticas tipo compressão. MÉTODOS: após um mês de tratamento conservador, os pacientes com fratura osteoporótica do tipo compressão e com dor intratável, foram submetidos à cifoplastia ou vertebroplastia de acordo com algoritmo que considera o tempo da fratura e a quantidade do colapso do corpo vertebral. Biópsia óssea foi obtida no intra-operatório para excluir os pacientes com tumor ou osteomalácia. RESULTADOS: cento e trinta e quatro pacientes foram incluídos de acordo com os critérios do estudo. A média de idade foi 67,7 anos. O seguimento médio foi 33 meses. Dez pacientes não foram seguidos e 154 atingiram um seguimento mínimo de dois; 118 pacientes (69,5% foram submetidos à vertebroplastia e 36 (30,5% à cifoplastia. Ocorreram complicações em cinco pacientse tratados por verebroplastia, sendo que um

  19. Cifoplastia no tratamento da fratura vertebral por insuficiência: avaliação funcional prospectiva Cifoplastia en el tratamiento de la fractura vertebral por insuficiencia: evaluación funcional prospectiva Kyphoplasty in the treatment of vertebral compression fracture: prospective functional evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bartolomeu Ribeiro Coutinho Filho

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o resultado funcional e o grau de satisfação do tratamento cirúrgico utilizando cifoplastia em pacientes com fratura vertebral por insuficiência localizada na coluna tóraco-lombar. MÉTODOS: Foi realizado um estudo prospectivo em pacientes adultos, com diagnóstico de fratura vertebral por insuficiência com evolução superior a oito semanas, apresentando dor no local da fratura e edema ósseo evidente ao exame de RM. A avaliação funcional foi realizada através do Oswestry Disability Index 2.0 e da Escala Visual Analógica de Dor no pré- e pós-operatório. A satisfação pessoal com o tratamento foi quantificada pela escala de Johnson. RESULTADOS: Houve melhora significativa da dor com uma queda média de 6.4 pontos na Escala Visual Analógica de Dor ao final de doze meses de seguimento em comparação ao período pré-operatório (p OBJETIVO: Evaluar el resultado funcional y el grado de satisfacción del tratamiento quirúrgico mediante cifoplastia en pacientes con fractura vertebral debido a la insuficiencia situada en la columna toracolumbar. MÉTODOS: Se realizó un estudio prospectivo en pacientes adultos, con diagnóstico de fractura vertebral por insuficiencia, con tiempo de evolución de más de ocho semanas, con dolor en el sitio de la fractura y edema óseo evidente por resonancia magnética. La evaluación funcional se realizó mediante el Índice de Incapacidad de Oswestry 2.0 y la Escala Analógica Visual del Dolor antes y después de la operación. La satisfacción personal con el tratamiento fue medida por la escala de Johnson. RESULTADOS: Una mejora significativa en el dolor con una caída promedio de 6,4 puntos en la escala visual analógica del dolor al final de doce meses de seguimiento, en comparación con el período preoperatorio (p OBJECTIVE: To evaluate the functional outcome and degree of satisfaction of surgical treatment using kyphoplasty in patients with vertebral compression fractures

  20. Study of the difference in rectal and ear canal temperature according to the conformation of the acoustic conch in dogsEstudo da diferença das temperaturas retal e do canal auditivo de acordo com a conformação da concha acústica em cães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Negri Mueller

    2012-10-01

    Full Text Available The auditory thermometry has being used for measurement of temperature of dogs. However there is different acoustic conch conformation in this species, being that the pendulous ears can alter the auditory microclimate. This research aimed to study the difference of rectal and auditory canal temperatures according to acoustic conch conformation in dogs. One hundred and eleven dogs were used with erect ears (group I, semi-pendulous (group II and pendulous (group II with 37 animals each group. The measurement of rectal temperature (TR was realized with traditional thermometer mercury column and measurement of both external ears temperature with infrared ear thermometer. The average hearing temperature (TAM was obtained and realized difference between TR and TAM, being the results classify in scores, A=TAMA termometria auditiva vem sendo utilizada para mensuração da temperatura em cães. Porém, existem diferentes conformações da concha acústica nesta espécie, sendo que orelhas pendulares podem alterar o microclima auditivo. Portanto, objetivou-se estudar a diferença das temperaturas retal e do canal auditivo de acordo com a conformação da concha acústica em cães. Foram utilizados 111 cães hígidos com orelhas ereta (grupo I, semipendular (grupo II e pendular (grupo III com 37 animais cada. A aferição da temperatura retal (TR foi realizada com termômetro tradicional coluna de mercúrio e aferição da temperatura de ambas as orelhas externas com termômetro auricular infravermelho. Foi obtida temperatura auditiva média (TAM e realizada diferença entre TR e TAM, sendo os resultados classificados em escores, A=TAMda TAM foi 37,15ºC±0,81, enquanto que a da TR foi 38,68ºC±0,59. A diferença média entre TAM e TR foi 1,53ºC±0,75. Setenta e uma orelhas (63,96% foram classificadas no escore B e 40 (36,04% no escore A. A média da TAM foi 37,17°C±0,85, 37,35°C±0,50 e 36

  1. Fixação externa em fratura completa de metacarpo em potros

    OpenAIRE

    Sá,Marcelo Jorge Cavalcanti de; Raiser,Alceu Gaspar; Godoy,Carmem Lice Buckman de; Pellegrini,Luiz Carlos de; Polydoro,Alexandre da Silva; Oliveira,Rogério de; França,Juarez Antonio

    1997-01-01

    A regeneração de fraturas nos membros de eqüinos é complexa pelas características da espécie. Baseado em estudo biomecânico prévio, dez potros com fratura iatrogênica experimental do metacarpo tiveram redução pelo método de transfixação óssea. Cada animal foi avaliado mediante exames clínico, laboratorial e radiográfico até a recuperação. As complicações não foram significativas, exceto em um potro que requereu eutanásia. O método mostrou-se adequado e oferece estabilidade suficiente para cic...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire Center Index

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — This data set consists of photo centers of raw aerial images representing multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas...

  3. Tratamento de fratura mandibular por projétil de arma de fogo com uso de fixador externo: relato de caso

    OpenAIRE

    Ribeiro, Igor Lerner Hora; Cerqueira, Lucas Souza; Dultra, Fátima Karoline Almeida; Dultra, Joaquim Almeida; Carneiro Júnior, Bráulio; Azevedo, Roberto Almeida de

    2012-01-01

    p. 341-345 A violência e o uso indiscrimidado das armas de fogo, independente da classe social, tornaram os ferimentos por projétil de arma de fogo (PAF), comum nos grandes centros e geralmente acometem a região maxilofacial, principalmente o terço inferior da face. Nos ferimentos por PAF em face, predominam as fraturas cominutivas em mandíbula e a presença de focos infecciosos. Apesar das diversas possibilidades para tratamento das fraturas mandibulares, o uso de fixadores ext...

  4. Avaliação do tratamento cirúrgico das fraturas de côndilo mandibular pelo acesso retromandibular transparotídeo

    OpenAIRE

    Endrigo Oliveira Bastos

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO: A redução cirúrgica e fixação rígida por meio do acesso retromandibular transparotídeo vem se difundindo como uma das opções para o controverso tratamento das fraturas de côndilo mandibular. OBJETIVOS: Avaliar o tratamento cirúrgico pela via retromandibular transparotídea das fraturas extracapsulares de côndilo mandibular em adultos. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente dez pacientes consecutivos operados pelo autor no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Unive...

  5. Tratamento cirúrgico da fratura-avulsão da inserção tibial do L.C.P. do joelho: experiência de 21 casos Surgical treatment of avulsion fractures of the knee PCL tibial insertion: experience with 21 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Rocha Piedade

    2007-01-01

    Full Text Available Avaliamos 21 pacientes, sendo 16 pacientes do sexo masculino e 5 do feminino, com idade média de 30 anos, foram submetidos à tratamento cirúrgico da fratura-avulsão do LCP. Em 57% dos casos a lesão foi secundária a acidente motociclístico e 19% a acidente automobilístico. Em 72% dos casos foi identificada uma lesão na face anterior do joelho. O tratamento cirúrgico consistiu na abordagem posterior do joelho e fixação do fragmento ósseo com parafuso e arruela em 18 casos; e amarrilhas trans-ósseas em 3 casos, onde o fragmento ósseo era muito pequeno. Em 91% dos casos, a cirurgia foi realizada dentro dos primeiros 15 dias apos a lesão. Os pacientes foram avaliados objetivamente (teste de gaveta posterior e subjetivamente (Escala de Lysholm, apos um seguimento pós-operatório mínimo de 12 meses. A análise estatística não mostrou diferença significativa, ao nível de 5%, entre as avaliações objetiva e subjetiva. A ausência de lesão ligamentar periférica pode ter contribuído para que os resultados clínicos pós-operatórios tenham avaliação subjetiva satisfatória; entretanto, a presença de uma posteriorização tibial residual sugere que a fratura-avulsão do ligamento cruzado posterior deve ser abordada não como uma lesão óssea pura, mas sim, como uma lesão ósteo-ligamentar.We assessed 21 patients (16 males and 5 females, with mean age of 30 years who underwent surgical treatment for PCL avulsion fracture. In 57% of the cases, injuries were secondary to motorcycle accidents and 19% resulted from car accidents. Injuries on knee's anterior surface were detected in 72% of the cases. The surgical procedure involved posterior approach and bone fragment fixation using nut and screw in 18 cases, the trans-bone suture loop fixation in 3 cases with small bone fragments. In 91% of the cases, surgery was performed within the first two weeks following injury. The patients were objectively (posterior drawer test and

  6. Correlação entre os índices de necrose e a estabilização precoce nas fraturas da extremidade proximal do fêmur na infância Correlation between avascular necrosis and early stabilization of proximal femoral fractures in childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego da Costa Astur

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Desenvolvemos este trabalho, com o intuito de avaliar o resultado do tratamento de pacientes portadores de fraturas do fêmur proximal, em uma série de casos. Procuramos observar a influência das complicações mais prevalentes nos resultados finais após o mínimo de dois anos de seguimento. Correlacionamos especialmente a instalação da necrose avascular e o tempo entre o acidente e a instituição da terapêutica. MÉTODOS: Estudamos, retrospectivamente, 29 pacientes com fraturas da extremidade proximal do fêmur, com idade inferior a 14 anos entre 1988 e 2007. Analisamos as seguintes variáveis: sexo, idade, mecanismo de trauma, classificação da fratura (Delbet, tratamento realizado, complicações (pseudartrose, deformidade em varo, anisomelia e necrose avascular, tempo para cirurgia e resultado (Ratliff. Obtivemos uma análise descritiva individual de cada variável. Os testes foram utilizados de acordo com a adequação das premissas de normalidade e para avaliação utilizamos o teste exato de Fisher. RESULTADOS: Obtivemos cinco (17,2% pacientes com necrose avascular sendo três (60,0% com idade superior a 10 anos; 73,3% dos pacientes tratados nas primeiras 24 horas apresentaram bons resultados; a causa mais comum de fratura foi acidente automobilístico (44,8%; os melhores resultados foram observados nos pacientes tratados cirurgicamente; 41,4% evoluíram com algum tipo de complicação. CONCLUSÕES: Entre os 29 pacientes tratados, segundo os critérios de Ratliff, obtivemos 58,6% de bons, 27,6% de regulares e 13,8% de maus resultados. Quando aplicado o tratamento incruento, obtivemos apenas 17,0% de bons resultados, enquanto que após o tratamento cirúrgico obtivemos 69,3%. Da mesma forma, observamos que houve 73,3% de bons resultados quando a cirurgia foi realizada nas primeiras 24 horas e apenas 42,8% nos pacientes submetidos à intervenção terapêutica após este período. Pacientes submetidos à cirurgia nas

  7. Estudo biomecânico da fixação pedicular curta na fratura-explosão toracolombar Estudio biomecánico de fijación pedicular corta en la fracturaexplosión toracolumbar Biomechanical evaluation of short-segment fixation for thoracolumbar burst-fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos André Sonagli

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a rigidez biomecânica entre a coluna toracolombar intacta, a coluna com fratura explosão e a coluna com fratura explosão associada à fixação pedicular curta em suínos. MÉTODOS: 30 amostras de coluna toracolombar (T11-L3 de suínos foram divididas em três grupos com 10 amostras cada. O Grupo 1 representava a coluna intacta, o Grupo 2 representava a coluna com fratura explosão e o Grupo 3 a fratura explosão associada à fixação pedicular curta. Foi realizado o corte ósseo em "V" do terço médio do corpo vertebral comprometendo a coluna anterior e média de L1 para simular a fratura explosão. No Grupo 3 foi realizada a fixação pedicular com Pinos de Schanz. Os grupos foram submetidos ao teste biomecânico em compressão axial controlada. Os parâmetros de carga (N e deslocamento (mm eram gerados em um gráfico instantâneo e a rigidez (N/mm foi determinada. O teste era interrompido quando ocorria uma queda súbita na curva no gráfico indicando falência da amostra. RESULTADOS: A rigidez das colunas fraturadas foi 53% menor do que a rigidez das colunas intactas, sendo essa diferença estatisticamente significativa (p OBJETIVO: Comparar la rigidez biomecánica entre la columna toracolumbar intacta, la columna con fractura-explosión y la columna con fractura-explosión asociada a la fijación pedicular corta en cerdos. MÉTODOS: 30 muestras de columna toracolumbar (T11-L3 de cerdos fueron divididas en tres grupos con 10 muestras cada una. El Grupo 1 representaba la columna intacta, el Grupo 2 representaba la columna con fractura-explosión y el Grupo 3 la fractura-explosión asociada a la fijación pedicular corta. Fue realizado el corte óseo en "V" del 1/3 medio del cuerpo vertebral, comprometiendo la columna anterior y media de L1, para simular la fractura-explosión. En el Grupo 3 fue realizada la fijación pedicular con pernos de Schanz. Los Grupos fueron sometidos al test biomecánico en compresión axial

  8. Estudo biomecânico da fixação pedicular curta na fratura-explosão toracolombar Estudio biomecánico de fijación pedicular corta en la fracturaexplosión toracolumbar Biomechanical evaluation of short-segment fixation for thoracolumbar burst-fractures

    OpenAIRE

    2011-01-01

    OBJETIVO: Comparar a rigidez biomecânica entre a coluna toracolombar intacta, a coluna com fratura explosão e a coluna com fratura explosão associada à fixação pedicular curta em suínos. MÉTODOS: 30 amostras de coluna toracolombar (T11-L3) de suínos foram divididas em três grupos com 10 amostras cada. O Grupo 1 representava a coluna intacta, o Grupo 2 representava a coluna com fratura explosão e o Grupo 3 a fratura explosão associada à fixação pedicular curta. Foi realizado o corte ósseo em "...

  9. Bloqueio do nervo maxilar para redução de fraturas do osso zigomático e assoalho da órbita Bloqueo del nervio maxilar para reducción de fracturas del hueso zigomático y suelo de la órbita Maxillary nerve block for zygoma and orbital floor fractures reduction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karl Otto Geier

    2003-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Poucos relatos existem sobre redução de fraturas da órbita zigomática e do arco zigomático sob anestesia regional. O objetivo deste estudo é verificar a qualidade do bloqueio do nervo maxilar por via extraoral, para redução de fraturas do osso zigomático e do assoalho da órbita. MÉTODO: Quinze pacientes foram submetidos à bloqueio do nervo maxilar pela técnica de Moore (abordagem infrazigomática para redução de fraturas isoladas do arco zigomático (oito pacientes e associadas ao assoalho da órbita (sete pacientes. Nenhum paciente recebeu medicação pré-anestésica. Após sedação e anestesia local com 2 ml de lidocaína a 1,5% com adrenalina a 1:300.000, o nervo maxilar foi abordado com 8 ml da mesma solução anestésica através de uma agulha 22G, 10 cm de comprimento de ponta romba. Foram avaliados: o tempo de bloqueio, a latência, o tempo de analgesia, a incidência de falhas, a necessidade de anestesia geral e as complicações. RESULTADOS: Os primeiros três bloqueios foram difíceis, resultando em dois bloqueios parciais e uma falha. Os restantes foram efetivos e os pacientes não referiram nenhum desconforto ou dor durante o bloqueio e a cirurgia. O tempo para a realização do bloqueio variou de 5 a 20 minutos, enquanto a latência anestésica ficou entre 3 e 10 minutos. Foram registradas 7 ocorrências de punção vascular, porém sem relatos de formação de hematomas. CONCLUSÕES: Redução de fraturas zigomáticas são factíveis sob bloqueio do nervo maxilar, quando realizadas na fossa ptérigo palatina, permitindo anestesia de seus dois ramos distais, nervo zigomático-temporal e nervo zigomático-frontal.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Pocos relatos existen sobre reducción de fracturas de la órbita zigomática y del arco zigomático bajo anestesia regional. El objetivo de este estudio es confirmar la calidad del bloqueo del nervio maxilar por vía extraoral, para reducción de

  10. Análise isocinética e cinética de corredores e triatletas com e sem histórico de fratura por estresse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Mariana Silva Luna

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A associação da fadiga muscular com o aumento da força vertical de reação do solo representa risco de fratura por estresse de tíbia em esportes como a corrida de longa distância e o triatlo. Objetivo: Analisar e comparar parâmetros do componente vertical das forças de reação do solo e parâmetros musculares isocinéticos da flexão plantar (FP e dorsiflexão (DF do tornozelo entre grupos de corredores de longa distância e triatletas com e sem histórico de fratura por estresse de tíbia.MÉTODOS: Setenta e cinco atletas de corrida de longa distância e triatletas do sexo masculino, com média de idade de 30,26 ± 6,51 anos foram divididos de acordo com a história pregressa de fratura por estresse de tíbia em: grupo fratura (GF, composto por 12 indivíduos com história de fratura por estresse da tíbia, e grupo não-fratura (GNF, composto por 37 indivíduos sem história de fratura por estresse de tíbia. Os parâmetros cinéticos foram medidos durante a corrida por meio de uma plataforma de força AMTI, e os parâmetros isocinéticos por meio de dinamômetro isocinético Biodex (System 3.RESULTADOS: Para todas as variáveis isocinéticas e cinéticas, não houve diferenças entre GF e GNF.CONCLUSÃO: Ainda que não se tenha identificado uma diferença de desempenho entre os grupos estudados, o perfil cinético (impacto e isocinético (atividade muscular mostra que o treinamento da corrida com déficits em cuidados com a condição muscular e o controle de fatores extrínsecos pode criar uma situação de risco de ocorrência de fraturas por estresse.

  11. Análise epidemiológica das fraturas acetabulares Epidemiological analysis on acetabular fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Silveira Maia

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é realizar um estudo epidemiológico das fraturas acetabulares na cidade de Campinas e entorno, tendo em vista poucos trabalhos publicados a respeito deste assunto. Prontuários cedidos pelo Serviço de Arquivamento Médico (SAM do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, dos anos de 2004 a 2008 com diagnósticos de fratura acetabular foram analisados por seis observadores que coletaram idade do paciente, sexo, lado acometido da fratura, mecanismo de lesão, material de síntese utilizado, complicações operatórias, fraturas associadas, tempo de internação pré e pós- operatória, tempo de internação total e número de sessões de fisioterapia pré e pós-cirurgia. Foi observado nesta demografia que o lado esquerdo foi o mais acometido; mecanismo de lesão que mais ocasiona esse tipo de fratura são os acidentes automobilísticos; das complicações cirúrgicas, as lesões do ciático tiveram maior ocorrência; o material de síntese mais utilizado são as placas de reconstrução.This aim of this work was to carry out an epidemiological study on acetabular fractures in the city of Campinas and surrounds, in view of the few published papers on this subject. Medical files with a diagnosis of acetabular fracture between the years 2004 and 2008 that were made available by the Medical Archiving Service of Hospital das Clínicas, State University of Campinas (UNICAMP were analyzed by six observers. Data on patients' ages, sex, side affected by the fracture, mechanism of injury, material used for synthesis, complications of the operation, associated fractures, length of hospitalization before and after the surgery, time of total internment and number of physiotherapy sessions before and after the surgery were gathered. It was observed in this population that the left side was more affected; the mechanism of injury that most often caused this type of fracture was automobile accidents

  12. Tratamento das fraturas do processo odontóide Treatment of odontoid fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Augusto Pontin

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este artigo faz a avaliação retrospectiva clínica e radiológica das fraturas do odontóide de 20 pacientes atendidos no IOT-HCFMUSP, durante o período de 2004-2010. MÉTODOS: Foi realizado a estratificação destas fraturas segundo sua classificação (AO/Anderson e D'Alonzo, perfil epidemiológico, tipo de tratamento, tempo de consolidação e complicações. RESULTADOS: Observou-se maior número de casos da fratura do odontóide em pacientes do sexo masculino (4:1, com idade entre 3ª e 4ª década de vida (60%, vítimas de quedas de altura (60% e acidentes automobilísticos (25% como principais mecanismos de trauma, e 15% dos casos apresentaram-se com déficit neurológico. A fraturas do odontóide de maior prevalência foram as do tipo II (55%, seguidas pelas fraturas do tipo III (40%. Os tratamentos mais empregados nas fraturas do tipo II e III foram, respectivamente, o cirúrgico (73% e conservador (87,5%. A consolidação ocorreu em até 16 semanas para 87,5% dos casos de tratamento cirúrgico e para 54,5% dos tratados conservadoramente. Não houve casos de pseudoartrose. CONCLUSÃO: O tratamento cirúrgico das fraturas do odontóide do tipo II apresentou resultados satisfatórios em relação ao tempo consolidação e baixa incidência de complicações, bem como o tratamento conservador destinado às fraturas do tipo III.Nivel de Evidência IV, série de casos.OBJECTIVE: This article describes a clinical and radiologic retrospective analysis of odontoid fractures in20 patients accompanied byThe IOT-HCFMUSP,from 2004 to 2010. METHODS: These fractures were stratified according to their classification (AO/Anderson andD'Alonzo, epidemiologic profile, type of treatment, time to consolidation of the fracture, and complications. RESULTS: It was observed that there was a higher number of odontoid fractures in males (4:1, between the third and fourth decades of life (60%, and that the main causes of the trauma were falling from

  13. Tratamento cirúrgico das fraturas do odontóide tipo II com parafuso anterior: análise de 15 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dantas Fernando Luiz Rolemberg

    2002-01-01

    Full Text Available Apresentamos estudo retrospectivo dos resultados de 15 pacientes consecutivos, com fratura do odontóide tipo II P (fratura com traço oblíquo e deslocamento posterior e II N (fratura com traço horizontal na base do odontóide, segundo a classificação de Roy-Camille , que foram submetidos a fixação anterior direta do odontóide com parafuso. A série é composta por 13 homens e 2 mulheres, com idade variando entre 14 a 74 anos e período de acompanhamento de 6 a 36 meses (média 20 meses. Tivemos apenas uma complicação relacionada com a técnica cirúrgica: um parafuso mal posicionado necessitando de uma reoperação para ser reposicionado. Não houve óbito. Não houve saída nem quebra de parafuso. Obteve-se 94% de fusão óssea. Propomos que seja utilizada a classificação de Roy-Camille na seleção dos casos cirúrgicos de fraturas do odontóide, pois ela fornece uma abordagem cirúrgica específica para cada tipo de fratura.

  14. Anteverted concha: A new ear deformational anomaly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrizio Schönauer

    2015-09-01

    Full Text Available Most auricular deformities involve the helix and the antihelix (Stahl's bar, lop and prominent ear; an isolated conchal deformity is uncommon in an otherwise normal ear. When a convexity rather than a concavity of the concha is present, it can be defined as “anteverted concha”. The anteverted concha causes not only aesthetic but also functional problems. It may be so severe as to occlude the external auditory meatus. In a newborn ear amenable to moulding, anteverted concha can be treated non-surgically by splinting. If this time window has passed, then surgical excision of the conchal bulge can give good results in the adult. We present two such cases and their treatment.

  15. Caracterização Mecânica de Compósitos de Poliamida/Fibra de Carbono Via Ensaios de Cisalhamento Interlaminar e de Mecânica da Fratura Mechanical Characterization of Polyamide/Carbon Fiber Composites by Using Interlaminar Shear Strength and Fracture Mechanical Tests

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson C. Botelho

    2002-01-01

    Full Text Available Compósitos termoplásticos a partir de poliamidas 6 e 6,6 e tecido de fibras de carbono com 40, 50 e 60 % em volume de reforço foram processados via moldagem por compressão a quente e caracterizados por ensaios mecânicos destrutivos (cisalhamento interlaminar em três pontos (short-beam, cisalhamento interlaminar por compressão (CST e ensaios de mecânica da fratura e por inspeção não-destrutiva (ultra-som e microscopias óptica e eletrônica de varredura. Os resultados obtidos mostraram que os compósitos termoplásticos processados apresentaram uma distribuição homogênea do polímero no reforço. Entretanto, nos compósitos com maior quantidade de poliamida (40 % de reforço foram observadas regiões ricas em matriz entre as camadas de tecido. Os ensaios de mecânica da fratura (DCB e ENF e de cisalhamento interlaminar em três pontos não apresentaram falha interlaminar, não sendo observada a propagação de trincas de forma homogênea e retilínea no interior do material. Em função destes resultados foi utilizado o ensaio de cisalhamento por compressão, desenvolvido no Institute of Polymer Research Dresden da Alemanha, que permitiu uma caracterização mais precisa dos compósitos termoplásticos estudados. Foi observado também, a partir dos ensaios de CST, que os compósitos obtidos da poliamida 6,6 apresentaram um aumento no valor do cisalhamento interlaminar de até 20 % com o aumento do volume de fibras.Thermoplastics composites of polyamide 6 and 6.6 reinforced with carbon fiber fabric were obtained by compression molding and characterized by destructive (short-beam, compression shear (CST and fracture mechanics testing as well as by non-destructive inspection (ultrasound analysis, optical and scanning electron microscopy. The results show that, in general, the matrix was homogeneously distributed about the reinforcing fabric. However, for the composites with higher polyamide content (>50% matrix-rich regions were

  16. Escolha da via cirúrgica para tratamento das fraturas cervicais Elección de la vía quirúrgica para el tratamiento de las fracturas cervicales The choice of surgical approach for treatment of cervical fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olavo Biraghi Letaif

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: definir características epidemiológicas da população vitimada, classificar as fraturas subaxiais e analisar como foram os tratamentos cirúrgicos, tendo como desfecho a via cirúrgica escolhida - anterior, posterior ou combinada - reunindo tais dados para observar padrões de tratamento para o melhor cuidado desses doentes. MÉTODOS: análise retrospectiva em prontuários médicos de 222 pacientes atendidos e tratados entre o ano de 2004 e o mês de Março de 2009 com fraturas, fraturas-luxações e luxações cervicais. Desses 222 pacientes, 163 correspondiam àqueles que tinham fraturas subaxiais classificáveis pelo método AO, ou seja, correspondiam a aproximadamente 73,4% do total. RESULTADOS: dentre os pacientes, 83% eram homens e aproximadamente 78% tinham entre 21 e 60 anos. Foram classificados como Tipo A 54 pacientes, e 50% foram operados - 85,18% via anterior, com corpectomia associada ou não à artrodese; foram classificados como Tipo B 77 pacientes, e 85,7% foram operados - 77,3% via posterior, considerando-se a lesão ligamentar; como Tipo C foram classificados 21 pacientes, e 81% foram operados - 94,1% via posterior; como Múltiplos Níveis foram considerados 11 pacientes, e 54,5% foram operados - 83,3% via posterior, nenhum por via anterior isoladamente. CONCLUSÃO: os dados obtidos podem contribuir para a padronização do atendimento ao paciente com traumatismo cervical e tornar os resultados do tratamento mais previsíveis. A experiência acumulada e revertida em números facilitará a escolha da via cirúrgica.OBJETIVO: definir las características epidemiológicas de la población víctima, clasificar las fracturas subaxiales, y analizar cómo los tratamientos quirúrgicos fueron realizados, teniendo ellos mismos como resultado la manera quirúrgica elegida - anterior, posterior o combinada -, y juntar estos datos para observar estándares del tratamiento para el cuidado óptimo de esta gente enferma. M

  17. Correlação da aferição manual e digital da distância interespinhosa pelo método de newmann em fraturas toracolombares do tipo explosão Correlación entre calibrado manual y digital de la distancia interespinhosa por el método de neumann en fracturas toracolombares tipo explosión Correlation between manual and digital measurement of inter-spinous dis tance by neumann method in burst thoracolumbar fracture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Machado Bergamaschi

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a correlação entre a aferição manual e digital da distância interespinhosa pelo método de Neumann em fraturas toracolombares do tipo explosão, bem como a reprodutibilidade das duas técnicas. MÉTODOS: Foram avaliadas 212 radiografias de pacientes com fratura toracolombar do tipo explosão, sendo 160 do sexo masculino e 52 do sexo feminino. A idade média dos pacientes no tempo da fratura foi de 38,9 anos (variando de 12 a 76 anos. RESULTADOS: O coeficiente de Pearson, quando comparados os valores percentuais manuais e digitais da relação da distância interespinhosa do nível da vértebra fraturada e dos níveis adjacentes, foi de 0,95 (pOBJETIVO: El objetivo de este estudio es analizar la correlación entre calibrado manual y digital de la distancia interespinhosa por el método de Neumann en fracturas toracolombares tipo explosión, así como la reproducibilidad de los dos técnicas. MÉTODOS: Radiografías fueron evaluados 212 pacientes con fractura toracolombar tipo explosión, 160 hombres y 52 mujeres. La edad promedio de los pacientes en el momento de fractura fue 38.9 años (que van desde 12 a 76 años. RESULTADOS: El coeficiente de Pearson, cuando se comparan valores porcentuales digital y manuales de la relación de distancia interespinhosa el nivel de la vértebra fraturada y niveles adyacentes, fue 0.95 (pOBJECTIVE: The aim of this study is to analyze the correlation between the manual and digital inter-spinous distance by the Neumann method in burst thoracolumbar fracture, as well as the reproducibility of these two techniques. METHODS: We evaluated 212 x-rays of patients with burst thoracolumbar fracture. There were 60 male and 52 female. The average age at the time of the fracture was 38,9 years (12 - 76 years. RESULTS: The Pearson' coefficient between manual and digital analyses was 0,95 (p<0,01. The agreement coefficient of manual and digital measurements was 0,97 and 0,93, respectively. CONCLUSION

  18. Falhas na utilização de poliacetal e poliamida em forma de haste intramedular bloqueada para imobilização de fratura femural induzida em bovinos jovens

    OpenAIRE

    Spadeto Junior,Odael; Faleiros,Rafael Resende; Alves,Geraldo Eleno Silveira; Casas,Estevam Barbosa de Las; Rodrigues,Luciano Brito; Loiacono,Bruno Zambelli; Cassou, Fabiane

    2010-01-01

    Apesar da expressiva evolução da ortopedia veterinária nos últimos anos, as fraturas de ossos longos em grandes animais são constante desafio para o médico-veterinário. O presente estudo é parte da proposta de desenvolvimento de um sistema de haste intramedular polimérica, de baixo custo e fácil aplicação, para uso em bovinos jovens e neonatos. Os objetivos foram avaliar, in vivo, hastes de poliacetal e poliamida para imobilização de fraturas femorais em bovinos jovens. Cinco bezerros machos ...

  19. Fratura proximal de fêmur : estudo de uma coorte residente em Assis-SP

    OpenAIRE

    Cássoa Regina Saade Pacheco

    2007-01-01

    A fratura proximal do fêmur (FPF) é apontada como a mais grave e devastadora conseqüência da osteoporose, por exigir hospitalização, tratamento cirúrgico e ser capaz de produzir incapacidade funcional e mortalidade, principalmente na idade avançada e presença de comorbidade. Afetando principalmente mulheres, a FPF exige cuidados prestados pela família como cuidador, devendo o processo de reabilitação iniciar na fase hospitalar, garantindo a mobilização precoce e independência do acometido. Tr...

  20. Fratura avulsão do planalto tibial medial (Segond reverso)

    OpenAIRE

    2007-01-01

    Descreve-se neste artigo um padrão de lesão descrito na literatura apenas duas vezes, num total de quatro casos, denominado Segond reverso por apresentar achados clínicos e radiológicos exatamente opostos aos da clássica lesão de Segond. Semelhantemente aos casos previamente descritos, apresentou fratura avulsão do planalto tibial medial, na inserção do ligamento colateral medial profundo, associada a lesão do ligamento cruzado posterior. Assim como em um dos casos prévios, foi constatada les...

  1. Perfil funcional, sociodemográfico e epidemiológico de idosos hospitalizados por fratura proximal de fêmur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Ferreira Santana

    2015-05-01

    Full Text Available A fratura proximal de fêmur (FPF está relacionada a altos índices de morbidade e a grande impacto sobre a capacidade funcional do idoso. O objetivo do estudo foi traçar o perfil funcional de pacientes idosos hospitalizados por FPF, analisando os tipos de fraturas, o mecanismo causal, e as características físicas e funcionais prévias ao evento. Trata-se de um estudo do tipo observacional, quantitativo, de corte transversal, cujos participantes eram pacientes hospitalizados por FPF. Foi utilizada uma Ficha de Registro para coletar os dados sociodemográficos. O grau de independência funcional e a capacidade de marcha prévia à FPF foram avaliados respectivamente pelo Índice de Barthel, o Questionário de Pfeffer e a Classificação Funcional da Marcha Modificada. A amostra foi constituída por 32 idosos com média de idade de 79 (± 9,5 anos e uma predominância do sexo feminino (71,8%, de cor parda (43,8% e baixa escolaridade. A maioria não morava sozinho e faziam uso de algum medicamento. Os idosos participantes, previamente à fratura, eram independentes para as atividades básicas da vida diária (ABVD, dependentes para as atividades instrumentais da vida diária (AIVD e não utilizam dispositivos para locomoção. A queda foi a principal causa da FPF, sendo as mais prevalentes a fratura de colo de fêmur (FCF e a fratura transtrocantérica (FTT. As comorbidades, os medicamentos, os fatores sociodemográficos, o deficit de marcha e a dependência funcional, podem estar associados à ocorrência de FPF em idosos.  

  2. Considerações Sobre a Morfologia de Conopeum (Bryozoa-Cheilostomata em Conchas de Liostrea cf. delettrei (Coquand, 1957 da Formação Jandaíra, Cretáceo Superior,Bacia Potiguar, Rio Grande do Norte, Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur de Melo Prates

    2007-07-01

    Full Text Available Os carbonatos da Formação Jandaíra estãorelacionados às oscilações do nível do mar ocorridasno Cretáceo Superior da Bacia Potiguar. Estesdepósitos contêm uma das mais importantes faunas deinvertebrados do Cretáceo marinho brasileiro, ondese destacam os ostreóideos com 11 espécies entreelas Liostrea cf. delettrei. Com hábito cimentadoséssil, as conchas da espécie formam um banco comalta densidade de indivíduos, funcionando comosubstrato para as colônias de briozoários. O materialé proveniente de afloramento localizado às margensda RN-117, entre Mossoró-Governador Dix-SeptRosado. O presente estudo tem por objetivo apontaralgumas características morfológicas de Conopeumassociado a Liostrea. As conchas de Liostrea foramexaminadas estereomicroscópio e fotografadas emmicroscópio eletrônico de varredura. Os zoéciossão sub-rectangulares ou hexagonais alongados,dispostos em fileiras longitudinais alternadas,dicotômicas, irradiadas de um ponto central, desdea ancéstrula até a periferia. Do total analisado, 44%tem incrustação, destes 66% no periostraco, 4,5% nohipostraco e em ambas as faces 28,5%. Conformemedições do eixo umbo-ventral das ostras, apopulação é formada por indivíduos jovens e adultos,onde a taxa de incrustação é maior. As colônias sãoformadas por camadas simples ou múltiplas, queproduzem concreções espessas, com variados grausde preservação, e alguma corrosão nas bordas distais.São assinalados traços da incrustação, interpretadoscomo icnofósseis de briozoários, que compreendemestruturas semicirculares em relevo, separadaspor linhas deprimidas, padrão correspondente àscavidades e paredes de um fragmento de zoário. Amorfologia dos indivíduos possibilitou correlacionaros traços produzidos por briozoários. O registrode briozoários indica ambiente de águas rasasentremarés, e exposição dos biocastos desarticuladosna interface água sedimento. Conopeum é tambémassinalado na

  3. Análise comparativa em modelo computadorizado bidimensional com simulação do emprego de hastes flexíveis de aço e titânio, na fratura do fêmur da criança, utilizando o método dos elementos finitos Comparative analysis in a 2D computer model simulating the use of steel and titanium elastic nails in pediatric femur fracture, using the finite element method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamil Faissal Soni

    2008-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar um modelo computadorizado bidimensional, simulando uma fratura do fêmur em criança tratada por hastes flexíveis de aço e titânio, utilizando o método dos elementos finitos, avaliando-se comparativamente o caminho e distribuição das tensões, tensões principais e deformações. MÉTODOS Foram utilizados dois modelos diferentes, gerados pelo aplicativo Ansys®, considerando a simulação de uma fratura transversal na região diafisária, com a espessura de 1mm, cuja estabilização foi feita mediante o emprego de hastes intramedulares de materiais diferentes (aço e titânio, à luz da teoria mecanostática proposta por Frost, em 1987. RESULTADOS: A introdução das hastes intramedulares no fêmur alterou o caminho das tensões, servindo como condutoras das forças compressivas. Na análise comparativa, o modelo com as hastes de titânio, à luz da teoria mecanostática proposta por Frost, apresentou desempenho mais homogêneo quando do estudo das deformações em relação ao modelo com hastes de aço inoxidável. CONCLUSÕES: O modelo proposto atingiu os objetivos de comparar as tensões e deformações entre as simulações das hastes de aço e titânio. Analisando o caminho e distribuição das tensões no modelo (Von Mises e tensões principais, observa-se comportamento biomecânico qualitativamente melhor no modelo com hastes de titânio; todavia, na análise quantitativa, restrita às regiões do foco de fratura, os valores são estatisticamente semelhantes. No estudo das deformações, observa-se comportamento biomecânico mais homogêneo no modelo com hastes de titânio, pois as deformações verificadas nas regiões do foco de fratura apresentam-se dentro das janelas fisiológicas propostas por Frost.OBJECTIVE: To present a 2D computer model simulating a pediatric femur fracture treated with steel and titanium elastic nails, using the Finite Element Method, with a comparative evaluation of the paths and

  4. Fratura de patela com ruptura do tendão patelar em um cão: relato de caso

    OpenAIRE

    Filgueira,F.G.F; AZEVEDO, A.S.; Fernandes,T.H.T.; G.D.L Nunes; R.B Palmeira; Araújo,B.M.; CARNEIRO,R. S.; P.I. Nóbrega Neto; Sá,M.J.C

    2011-01-01

    Relatou-se a ocorrência de fratura patelar associada à ruptura do tendão patelar em um cão sem raça definida, macho, atendido em um hospital veterinário escola. A técnica utilizada foi a combinação de fixação óssea com fio de Kirschner e aplicação de banda de tensão, recomendada em fraturas transversais da patela. Para reparar a lesão do tendão patelar, realizou-se a sutura tipo Kessler modificada com fio de náilon 0,80mm. No retorno do paciente, 150 dias após o procedimento cirúrgico, havia ...

  5. Pseudo-aneurisma de artéria tibial posterior pós-tratamento de fratura de perna com fixador externo: relato de caso e revisão da literatura Pseudoaneurysm of the posterior tibial artery after external fixation for leg fracture: case report and review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingos de Morais Filho

    2007-06-01

    Full Text Available Este trabalho descreve um caso de pseudo-aneurisma da artéria tibial posterior devido ao uso de fixador externo para tratamento de fratura dos ossos da perna (técnica de Ilizarov, bem como as técnicas utilizadas para seu tratamento. A compressão guiada por ultra-som e a injeção de trombina guiada por ultra-som foram realizadas, sem sucesso. O tratamento definitivo do pseudo-aneurisma e reconstrução arterial foi conseguido através do tratamento cirúrgico clássico, usando enxerto interposto de veia safena magna homóloga invertida. As indicações, vantagens e desvantagens das técnicas de tratamento não invasivo (compressão guiada por ultra-som e injeção de trombina guiada por ultra-som e as possíveis causas de sua incapacidade na obliteração do pseudo-aneurisma são discutidas. Também foi realizada a revisão de casos de pseudo-aneurisma da artéria tibial posterior na literatura médica, encontrando-se apenas um caso semelhante, entre 24 publicados.We describe a case of pseudoaneurysm in the posterior tibial artery following treatment for tibial and fibula fractures using external fixation (Ilizarov technique, as well as the techniques used for its treatment. Ultrasound-guided compression and ultrasound-guided thrombin injection were unsuccessfully performed. Definite treatment of pseudoaneurysm and arterial reconstruction was achieved through the traditional surgical treatment, using interposed graft of inverted homologous great saphenous vein. Indications, advantages and disadvantages of noninvasive treatment techniques (ultrasound-guided compression and ultrasound-guided thrombin injection and the possible causes of their inability in obliterating the pseudoaneurysm are discussed. A literature review of pseudoaneurysms of the posterior tibial artery was also carried out, resulting in only one similar case out of 24 published cases.

  6. Avaliação de sensibilidade objetiva versus sensibilidade subjetiva após fraturas de zigoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Francisco KIPPER

    Full Text Available Resumo Introdução Cirurgiões bucomaxilofaciais frequentemente tratam fraturas do complexo zigomaticofacial e, com isso, os sinais e sintomas auxiliam o profissional a estabelecer o diagnóstico e a conduta frente a cada caso. A presença de alteração de sensibilidade é um sintoma frequente neste tipo de trauma. Objetivo Avaliar comparativamente a presença e as alterações de sensibilidade subjetiva e sensibilidade objetiva após fraturas de zigoma. Metodologia Foram selecionados 14 pacientes com fraturas unilaterais de zigoma. A sensibilidade subjetiva foi avaliada por meio de um questionário e a sensibilidade objetiva, mensurada por meio do monofilamento de Semmes-Weinstein. Resultado Os resultados mostraram alteração de sensibilidade em 13 pacientes (92,84%; destes, oito pacientes (57,13% apresentaram alterações de ordem subjetiva e dez (71,42%, de ordem objetiva. Alterações concomitantes de sensibilidade subjetiva e sensibilidade objetiva foram encontradas em cinco pacientes (35,71%. Afetados exclusivamente por um tipo de alteração de sensibilidade somaram oito pacientes (57,13%; destes, cinco pacientes (35,71% apresentaram somente alterações objetivas e três pacientes (21,42%, apenas alterações subjetivas. A única queixa de sensibilidade subjetiva encontrada foi a hipoestesia, com sete casos (50%. Conclusão As alterações de sensibilidade são frequentemente encontradas após fraturas de zigoma, existindo uma forte correlação entre a perda da percepção subjetiva e a perda da sensibilidade objetiva; porém, ocorre predominância de alterações de ordem objetiva.

  7. Evaluation of fracture resistance of endodontically treated teeth restored with prefabricated posts and composites with varying quantities of remaining coronal tooth structure Avaliação da resistência à fratura de dentes tratados endodonticamente restaurados com pinos pré-fabricados e resinas compostas variando o remanescente dentário coronal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murilo Pereira de Melo

    2005-06-01

    remanescente dentário coronal de 3mm e restaurado com Z-250; Grupo III - sem remanescente dentário coronal e restaurado com Enforce Core; Grupo IV - sem remanescente dentário coronal e restaurado com Z-250. Após restaurados, os dentes foram levados a uma Máquina de Ensaio Universal e submetidos a uma força de compressão à 45º até que ocorresse fratura da restauração. A análise dos resultados (ANOVA, p>0,05 mostrou não haver diferença estatisticamente significativa entre os dentes com e sem remanescente dentário coronal. Com relação ao material utilizado para o preenchimento coronário, constatou-se diferença significativa, sendo que os valores mais elevados de resistência à fratura foram encontrados no grupo restaurado com a resina fotopolimerizável.

  8. Análise comparativa de técnicas de fixação para fraturas da coluna toracolombar Análisis comparativo de técnicas para la fijación de fracturas de columna toracolumbar Comparative analysis of techniques for fixing fractures of the thoracolumbar spine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Rafael Hübner

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os pacientes acometidos por fraturas toracolombares e tratados por instrumentação e artrodese por acesso posterior. MÉTODOS: Foi realizada análise comparativa de duas técnicas de fixação utilizando parafusos pediculares associados à fixação curta e longa. A avaliação dos pacientes foi realizada por meio de escalas de dor (EVA, escala visual analógica, avaliação funcional (Oswestry e por critérios clínicos e radiográficos. RESULTADOS: Foram observados 70,3% pacientes do sexo masculino e 29,7% do sexo feminino, com média de idade de 43 anos e tempo de seguimento médio de 39 meses. A maioria dos pacientes apresentou quadro neurológico Frankel E no momento da coleta dos dados (83,8%. A grande maioria dos pacientes apresentou fraturas em L1 (51,4% do tipo A3 (63,6%. Entre os pacientes incluídos na pesquisa, em 62,2% foi realizada artrodese curta e em 37,8%, artrodese longa. Observou-se uma média de 2,7 na escala de dor e 11,2 na escala de Oswestry. CONCLUSÃO: Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre as duas técnicas quando considerados os parâmetros relacionados com dor, escala de Oswestry, idade e sexo dos pacientes.OBJETIVO: Este estudio evalúa los pacientes afectados por fracturas toracolumbares y tratados por instrumentación posterior y artrodesis. MÉTODOS: Se realizó un análisis comparativo de dos técnicas de fijación (artrodesis corta y larga. La evaluación se realizó con las escalas de dolor (EVA, funcional (Owestry y por criterios clínicos y radiográficos. RESULTADOS: Se observaron 70,3% varones y 29,7% mujeres, con edad promedio de 43 años y promedio de seguimiento de 39 meses. La mayoría de los pacientes tenía Frankel E en el momento de la toma de datos (83,8%. La gran mayoría de los pacientes tenía fracturas en el L1 (51,4%,tipo A3 (63,6%. Entre los pacientes incluidos en la evaluación, 62,2% realizaron artrodesis corta y 37,8% artrodesis larga. Se

  9. CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E PADRÃO DE FRATURAS NO MOMENTO DO DIAGNÓSTICO DE OSTEOGÊNESE IMPERFEITA EM CRIANÇAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Brizola

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Caracterizar o padrão de fraturas e a história clínica no momento do diagnóstico de osteogênese imperfeita. Métodos: Neste estudo retrospectivo, foram incluídos todos os pacientes com osteogênese imperfeita de ambos os sexos, com idades entre 0 e 18 anos, que realizaram tratamento entre 2002 e 2014. Os prontuários médicos foram revisados para coleta de dados clínicos, incluindo presença de escleras azuladas, dentinogênese imperfeita, história familiar positiva para a doença e locais das fraturas, além de achados radiográficos no momento do diagnóstico. Resultados: Foram incluídos no estudo 76 pacientes (42 do sexo feminino, com idade, no momento do diagnóstico, entre 0 e 114 meses [mediana (p25-p75 de idade de 38 (6-96 meses]. Escleras azuladas estavam presentes em 93,4% dos pacientes, dentinogênese imperfeita foi observada em 27,6% e ossos wormianos em 29,4%. O número de fraturas ao diagnóstico variou entre 0 e 17, com uma mediana de 3 (2-8 fraturas. Em 40 (57% pacientes, as fraturas eram de membros superiores e inferiores no momento do diagnóstico e, em 9 pacientes também havia fratura vertebral. O diagnóstico foi realizado ao nascimento em 85,7% dos pacientes com o tipo 3 e em 39,3% daqueles com tipo 4/5 da doença. Conclusões: Osteogênese imperfeita é uma doença genética com características clínicas distintas, tais como fragilidade óssea, fraturas recorrentes, escleras azuladas e dentinogênese imperfeita. É importante saber identificar essas características, facilitando o diagnóstico, otimizando o tratamento e diferenciando de outras doenças que também podem causar fraturas.

  10. Estudo prospectivo randomizado comparativo entre os tratamentos cirúrgico utilizando placa anterior e o não cirúrgico das fraturas do terço médio da clavícula Prospective randomized study comparing surgical treatment using anterior plate to non-surgical treatment of midshaft clavicle fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Antônio de Figueiredo

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os tratamentos não cirúrgico e cirúrgico com placa anterior, através da avaliação funcional dos pacientes portadores de fraturas do terço médio de clavícula após 12 meses de seguimento. MÉTODOS: Realizou-se estudo prospectivo, durante o período de agosto de 2005 a janeiro de 2007; 50 pacientes portadores de fratura do terço médio de clavícula com desvio foram aleatoriamente divididos em dois grupos. Entre os pacientes 10 foram excluídos da amostra devido à perda de seguimento. O grupo 1 foi submetido ao tratamento cirúrgico por meio de redução e fixação da clavícula com placa anterior. Já o grupo 2 foi tratado com uso de tipóia. Após o período mínimo de 12 meses de seguimento, foi realizada análise comparativa, utilizando-se como parâmetros funcionais as escalas da AAOS e da UCLA. RESULTADOS: A média de idade foi de aproximadamente 30 anos (variando de 18 a 58 anos, com 77,5% dos pacientes do sexo masculino. O lado mais freqüentemente acometido foi o direito (55%, sendo nestes pacientes o ombro dominante. O mecanismo de trauma encontrado com maior freqüência foi o acidente de trânsito (75% dos casos. Pelos critérios da UCLA, o grupo 1 teve 91,5% dos pacientes com resultado considerado satisfatório (bom e excelente, enquanto que o grupo 2 apresentou 81,25%. O retorno ao trabalho e às atividades cotidianas foi mais rápido no grupo 1, com média de 8,67 semanas, comparando-se com 15,13 semanas no grupo 2. Como complicações podemos citar no grupo 1: cicatriz hipertrófica (12,5%, pseudartrose (8,3%, dor residual (8,3%, soltura de material (4,1%. Já no grupo 2: deformidade estética (43,75%, capsulite adesiva (12,5% e pseudartrose (6,25%. CONCLUSÕES: O tratamento cirúrgico proporcionou, após 12 meses de acompanhamento, retorno mais rápido às atividades cotidianas, com resultados funcionais pela escala da UCLA percentualmente maior, porém não estatisticamente significativo, comparado

  11. Fratura de côndilo occipital associada a fratura de Jefferson e lesão dos nervos cranianos caudais: relato de caso Occipital condyle fracture associated with Jefferson's fracture and injury of lower cranial nerves: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Asdrubal Falavigna

    2002-12-01

    Full Text Available A fratura de côndilo occipital (FCO é patologia que pode passar despercebida à avaliação médica, não só por sua infrequência (1% como pela variedade de diagnóstico clínico e dificuldade na visualização dessa área ao exame radiológico de rotina. Essa fratura pode vir associada a lesões de nervos cranianos (31%, sendo o hipoglosso o mais comumente envolvido (67%. É rara sua associação com fratura de Jefferson. Relatamos o caso de uma paciente de 58 anos, que desenvolveu FCO, lesão de nervos cranianos caudais e fratura de Jefferson após uma queda. O tratamento preconizado foi tração cervical por seis semanas seguida pelo uso de halo-colete por três meses. Houve consolidação óssea e regressão da lesão nervosa. O objetivo deste relato é alertar para que, uma vez diagnosticada a FCO, está indicada investigação radiológica da transição crânio-cervical pela possibilidade da presença de lesões simultâneas nervosas, de nervos cranianos e ósseas, como por exemplo a fratura de Jefferson. Apesar de suas associações serem raras, devem ter seu diagnóstico conhecido para poder ser manejadas adequadamente.Occipital condyle fracture(OCF is rarely seen and can be missed during medical evaluation due to the variety of clinical presentations and the difficulty to be visualized radiographically. This fracture can be associated with cranial nerves injuries (31%, being the hipoglossal nerve the most frequently involved (67%. We report a 58 years old female patient who presented with OCF, injury of lower cranial nerves and Jefferson's fracture. The patient was treated with cervical traction for six weeks followed by halo immobilization for three months. There was bone consolidation recovery of the nervous injury after this period. This report emphazises the importance of investigating the skull-cervical transition in all patients with cervical trauma. Although Jefferson's fracture is rarely associated with OCF, it should be

  12. Caracterização clínica e das situações de fratura da coluna vertebral no município de ribeirão preto, propostas para um programa de prevenção do trauma raquimedular Caracterización clínica y de las situaciones de fractura de la columna vertebral en el municipio de ribeirão preto, propuestas para un programa de prevención del traumatismo raquimedular Clinical characterization and description cases of vertebral spinal fracture in the municipality of ribeirão preto, proposals for a spinal cord trauma prevention program

    OpenAIRE

    Elaine Cristine Lemes Mateus de Vasconcelos; Marcelo Riberto

    2011-01-01

    OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo a caracterização clínica e a avaliação das situações relacionadas ao trauma raquimedular no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto durante os anos de 2007 e 2008. MÉTODO: Levantamento de prontuários baseado nos códigos da Classificação Internacional de Doenças de fratura da coluna vertebral, exceto aquelas decorrentes de lesão por projétil de arma de fogo. Foram revisados 190 pacientes, 22 tiveram óbito confirmado, 96 foram en...

  13. Acesso anterior para pacientes com fraturas traumáticas do tipo compressão do segmento toracolombar (T11 a L2 da coluna vertebral Anterior approach in patients with traumatic compression fracture type of thoracolumbar spine (T11-L2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Asdrubal Falavigna

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar a experiência com o acesso anterior em fraturas traumáticas do tipo compressão no segmento toracolombar (T11 a L2 que foram submetidos à cirurgia pelo acesso anterior. MÉTODO: Estudo prospectivo de janeiro de 1994 a janeiro de 2004 envolvendo 32 pacientes. A presença da fusão óssea e do alinhamento foram analisadas 6 e 12 meses após a cirurgia. RESULTADOS: A idade média foi 36,53 anos, sendo 23 do sexo masculino. A vértebra mais atingida foi L1 (n=12. A maioria dos casos que internaram em ASIA/IMSOP C (n=10 e D (n=13 evoluiram para ASIA/IMSOP E. A média da deformidade angular pré-operatória foi 14,9°±7,5°, com diferença estatística (pOBJECTIVE: To describe experience with anterior access in compression fractures of thoracolumbar segment (T11 to L2 traumatic fractures that undergone anterior access surgery. METHOD: A prospective study was conducted between January 1994 and January 2004 with 32 patients. The bone fusion and thoracolumbar alignment were analyzed 6 months and 12 months after the surgery. RESULTS:The average age was 36.53 years old with 23 male patients. The most compromised vertebrae was L1 (n=12. The 23 patients that was ASIA/IMSOP C and ASIA/IMSOP D turned to ASIA/IMSOP E after 1 month (n=12 and 12 months (n=5 of surgery. The preoperative angular deformity average was 14.9°±7.5°. Statistical significance was found (p<0.0001 when compared to the 30 days postoperative value. CONCLUSION: The anterior access permits a better spinal canal decompression and angular deformity correction when compared with the posterior access alone.

  14. A Case Report of Concha Bullosa Mucocele

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Koosha

    2006-01-01

    Full Text Available Introduction: A mucocele is an epithelial lined mucus-containing sac, completely filling paranasal sinus and capable of expansion.Sinus orifice obstruction produces aggregation of mucosal discharge from respiratory epithelium inside them that is called sinus mucocele. Case Report: Present case-report is related to a case of concha bullosa mucocele in a 18-year-old girl presenting to the clinic due to partial obstruction of left-side nasal cavity over 8 months ago and then completed obstruction within the recent two months. The patient underwent surgical operation with a likely diagnosis of concha bullosa mucocele.Conclusion: Pathologic study on the specimen taken during the surgery supported the mucocele. Post-operatively, no complication was detected. In a second examination within two months after the operation,the nasal cavity was open and no complication was found.

  15. Psicanálise e marxismo: a fratura da Associação Psicanalítica Argentina (1971 Psychoanalysis and Marxism: the splitting of the Argentine Psychoanalytic Association (1971

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Vezzetti

    2009-01-01

    Full Text Available O artigo aborda um acontecimento inusual em que se cruzam a história da psicanálise e a da esquerda marxista: a renúncia, por motivos ideológicos, de dois grupos à associação argentina. O trabalho procura ir além do testemunho dos protagonistas e interrogar os relatos fixados sobre o acontecimento. Para isso explora, a partir dos anos de 1960, as condições e as alternativas desse encontro entre Freud e Marx, particularmente no âmbito universitário (a Faculdade de Filosofia e Letras da UBA, na organização corporativa profissional (a Federação Argentina de Psiquiatras e em organizações políticas da época (o Partido Comunista e o peronismo revolucionário.The article looks at an unusual event in which the history of psychoanalysis and that of the Marxist left intersected: the resignation of two groups from the Argentine association on ideological grounds. Looking to go beyond the testimony of the protagonists and interrogate the accounts focusing on the event, the text explores the conditions and alternatives of this encounter between Freud and Marx from the 1960s onwards, particularly in academia (the Faculty of Philosophy and Letters of the UBA, in a professional organization (the Argentine Federation of Psychiatrists and in political organizations active during the period (the Communist Party and revolutionary Peronism.

  16. Avaliação do desempenho atlético de eqüinos Puro-Sangue Inglês após cirurgia via artroscópica para tratamento de fraturas do osso carpo-radial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Luiz Salles Gomes

    1998-01-01

    Full Text Available Neste estudo, realizou-se a avaliação da eficiência do método de artroscopia no tratamento das fraturas do ângulo diedro dorso-distal do osso carpo-radial de eqüinos. Para tanto, foi feito o acompanhamento da atividade atlética de 12 animais da raça PSI, sendo 9 machos, todos alojados no Jockey Club de São Paulo. Consideramos eficiente o tratamento cirúrgico da fratura em todos os animais, os quais tiveram aproveitamento atlético superior ao encontrado em literatura.

  17. Avaliação radiológica e funcional dos pacientes com fratura da coluna cervical subaxial La evaluación radiológica y funcional de los pacientes con fracturas de la columna cervical subaxial Functional and radiological assessment of patients with subaxial cervical fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiano Ricardo de Tavares Canto

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar 17 pacientes portadores de fratura luxação da coluna cervical (C3 a C7, que foram tratados em um período de dois anos. Os pacientes foram avaliados com parâmetros radiológicos, clínicos e funcionais. MÉTODOS: A indicação do tratamento utilizado em cada paciente foi baseada em seu quadro clínico e neurológico. Todos os pacientes foram tratados pela mesma técnica cirúrgica. O seguimento pós-operatório mínimo foi de seis meses. RESULTADOS: Dez pacientes não apresentavam nenhum comprometimento neurológico e sete pacientes apresentavam algum grau de acometimento neurológico. Na avaliação radiográfica do seguimento ambulatorial, todos os pacientes apresentaram sinais de consolidação da artrodese. Todos ficaram relacionados entre os níveis excelente e regular, de acordo com os critérios de Odom. Treze pacientes apresentaram 20% de limitação pelo questionário Neck Pain Disability Index. Encontrou-se uma complicação de falha no implante para artrodese anterior com um ano e meio de evolução. CONCLUSÃO: O tratamento da fratura-luxação da coluna cervical iniciado o mais rápido possível, pela técnica de descompressão do nível lesado e redução aberta cirúrgica anterior, é um método efetivo, com menor morbidade e com um baixo grau de complicações.OBJETIVO: Habían sido evaluados 17 pacientes que llevaban trauma de la columna cervical (C3 el C7 tratada en un período a dos años. Los pacientes con parámetros radiológicos, clínicos y funcionales fueron evaluados. MÉTODOS: La indicación del tratamiento usado en cada paciente fue basada en el cuadro clínico y neurológico. Los pacientes fueron tratados por la misma técnica quirúrgica. El perseguir postoperatorio mínimo fuera de seis meses. RESULTADOS: Diez pacientes no presentaron ningún comprometimento neurológico y siete pacientes presentaron un cierto grado de acometimento neurológico. En la evaluación radiográfica, los pacientes

  18. Estudo retrospectivo dos resultados da utilização do halo craniano nas fraturas-luxações subaxiais Análisis retrospectivo de los resultados de la utilización de las fracturas craneales halo dislocaciones subaxiales Retrospective results analysis of the use of cranial fractures halo subaxial dislocations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Loquette Damasceno

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o emprego do halo craniano em fraturas e luxações cervicais no atendimento inicial, relacionado com a taxa de sucesso na redução fechada de lesões cervicais nos diferentes tipos de fraturas. MÉTODOS: investigação retrospectiva de prontuários de pacientes atendidos e tratados de Janeiro de 2004 até Março de 2009, em um total de 222 pacientes, categorizando as lesões encontradas de acordo com a classificação AO. RESULTADOS: encontramos alta taxa de sucesso de redução fechada em pacientes com lesões cervicais por compressão axial (AO tipo A no emprego do halo craniano; em lesões por distração (AO tipo B e movimento rotacional (AO tipo C observamos aproximadamente 50% de redução fechada da luxação; além disso, lesões em níveis mais craniais apresentam maior taxa de sucesso na redução. CONCLUSÃO: o emprego do halo craniano é encorajado, pois, além de realizar um papel imobilizador no atendimento inicial, apresenta resultados satisfatórios na tentativa de redução fechada da lesão cervical, melhorando o conforto do paciente, facilitando a abordagem cirúrgica posterior e o cuidado da equipe de enfermagem.OBJETIVO: evaluar el uso de halo craneal en fracturas cervicales y luxaciones de los cuidados iniciales, en relación con el porcentaje de reducción cerrada con éxito de las lesiones cervicales en los diferentes tipos de fracturas. MÉTODOS: investigación retrospectiva de los informes de los pacientes ingresados y tratados desde enero de 2004 hasta marzo de 2009, en un total de 222 pacientes, las lesiones se clasificaron según la clasificación AO. RESULTADOS: se encontró un alto porcentaje de éxito de la reducción cerrada en pacientes con lesiones cervicales por compresión axial (AO tipo A, en el uso de halo craneal; en las lesiones por distracción (AO tipo B y el movimiento de rotación (AO tipo C se observó aproximadamente el 50% de la reducción cerrada de la luxación. Por otra parte

  19. Fratura de órbita por queda de cavalo e correção de estrabismo Orbit fracture by horse fall and strabismus correction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abelardo de Souza Couto Junior

    2010-06-01

    Full Text Available Descreve-se uma paciente com fratura orbitária grave causada por queda de cavalo. Relato do seu tratamento cirúrgico com correção do estrabismo e tentativa de correção da enoftamia.Description of a patient with orbital fracture cause by a horse fall. Follow-up the surgical treatment of the strabismus and the enophtlamos.

  20. Influência da forma e do processo de obtenção do entalhe na carga máxima e na energia de fratura de argamassas utilizando o método da cunha para propagação estável de trinca Influence of notch shape and preparation on the maximum load and fracture energy of mortars evaluated by the wedge splitting method for stable crack propagation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Ribeiro

    2009-06-01

    Full Text Available Este trabalho mostra a influência da forma e do processo de obtenção do entalhe na estabilidade da propagação de trinca em materiais cerâmicos de microestrutura heterogênea e conseqüentemente, na carga máxima e energia de fratura quando esses materiais são submetidos ao carregamento utilizando o método da cunha. Foram preparadas argamassas com cimento Portland, areia e água, que foram moldadas, curadas a 25 ºC por 7 dias e secadas a 50 ºC por 48 h. Foram estudadas duas proporções (dosagens ou traços de areia:cimento de 3:1 e 2:1. Foram testados dois tipos de entalhe: um com perfil quadrado da ponta e outro em "V" com ângulo de 60º. Os entalhes de formato quadrado foram obtidos de duas formas: produzidos mecanicamente a partir de disco diamantado e outro na própria moldagem das amostras. Para produzir as amostras entalhadas e ranhuradas já na moldagem, foi desenvolvido um molde de PVC munido de lâminas de aço internas. A partir dos testes preliminares foram estabelecidas as condições de propagação estável da trinca. A trinca percorre um plano imaginário definido pelas ranhuras laterais da amostra. Os resultados mostraram que o entalhe que proporciona melhores condições de estabilidade de propagação de trinca é o de forma em "V", obtido durante o processo de moldagem das amostras.This paper discusses how the shape and preparation of the notch affect crack propagation in ceramic materials with heterogeneous microstructures and, as a result, the maximum load and fracture energy when these materials are subjected to loads using the wedge splitting test. Mortars were prepared with Portland cement, sand and water, which were mixed, molded, and cured at 25 ºC for seven days. After curing, the samples were dried at 55 ºC for 48 h. Two mortar compositions were prepared with proportions of sand:cement of 3:1 and 2:1. Two types of notches were tested: one with a square-tipped profile and the other V-shaped with a 60º

  1. Concha nasal média secundária: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna de Oliveira Melim Aburjeli

    2012-12-01

    Full Text Available A concha nasal média secundária é uma rara variação anatômica na cavidade nasal, descrita pela primeira vez por Khanobthamchai et al. como uma estrutura óssea revestida por partes moles originária da parede lateral do meato médio. Na maioria dos casos relatados na literatura ocorre bilateralmente, sem complicações associadas. Neste artigo descrevemos um caso encontrado em nosso serviço, com tal variação anatômica incomum.

  2. Concha headphones and their coupling to the ear

    DEFF Research Database (Denmark)

    Blanchard, Lola Justine Kydia Olivia; Agerkvist, Finn T.

    2009-01-01

    The purpose of the study is to obtain a better understanding of concha headphone. Concha headphones are the small types of earpiece that are placed in the concha. They are not sealed to the ear and therefore, there is a leak between the earpiece and the ear. This leak is the reason why...... there is a significant lack of bass when using such headphones. This paper investigates the coupling between the headphone and the ear, by means of measurement in artificial ears and models. The influence of the back volume is taken into account....

  3. Fratura de patela com ruptura do tendão patelar em um cão: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.G.F Filgueira

    2011-02-01

    Full Text Available Relatou-se a ocorrência de fratura patelar associada à ruptura do tendão patelar em um cão sem raça definida, macho, atendido em um hospital veterinário escola. A técnica utilizada foi a combinação de fixação óssea com fio de Kirschner e aplicação de banda de tensão, recomendada em fraturas transversais da patela. Para reparar a lesão do tendão patelar, realizou-se a sutura tipo Kessler modificada com fio de náilon 0,80mm. No retorno do paciente, 150 dias após o procedimento cirúrgico, havia processo cicatricial ósseo avançado da patela. Concluiu-se que as medidas adotadas para reparação da lesão foram eficazes

  4. Fixação pedicular percutânea de fraturas vertebrais toracolombares sem compromisso neurológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Miguel Pinheiro da Silva

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficácia e a segurança da fixação pedicular percutânea em fraturas toraco-lombares, sem compromisso neurológico. MÉTODOS: Foram incluídos no estudo os pacientes com idade compreendida entre os 18 e 70 anos com fratura toracolombar AO tipo (A.3, cifose> 30º ou redução da altura do corpo vertebral> 50% ou compressão do canal vertebral >50% que foram submetidos a tratamento cirúrgico com fixação pedicular percutânea. Foram avaliados os parâmetros radiológicos: ângulo de Cobb, colapso vertebral, acunhamento anterior e compressão do canal vertebral no pré-operatório, pós-operatório e no fim do seguimento. O resultado funcional e clínico foi avaliado pelo Oswestry Disability Index (ODI. RESULTADOS: O tempo operatório médio foi de 81 minutos (Mín. 69, Máx. 95 min. O volume médio de perda sanguínea intraoperatória foi de 85 ml (Mín. 75 e Máx. 155 ml. O seguimento médio foi de sete meses (Min. três meses, Máx. 14 meses. Apresentaram um ODI médio final de 18% (excelente. CONCLUSÕES: Os resultados clínicos sugerem que a fixação pedicular percutânea pode ser uma técnica cirúrgica alternativa para o tratamento das fraturas toracolombares AO tipo (A.3, sem défices neurológicos. Esta técnica demonstrou ser eficaz e segura, apresentando as vantagens de uma abordagem minimamente invasiva.

  5. Avaliação epidemiológica das fraturas da coluna torácica e lombar dos pacientes atendidos no Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Getúlio Vargas em Recife/PE Evaluación epidemiológica de las fracturas de la columna torácica y lumbar de los pacientes atendidos en el Servicio de Ortopedia y Traumatología del Hospital Getúlio Vargas en Recife/PE Epidemiological evaluation of the thoracic and lumbar spine fractures of patients treated in the Orthopedics and Traumatology Service at Hospital Getúlio Vargas in Recife/PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Flávio Freire Pereira

    2009-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: as fraturas da coluna torácica e lombar estão se tornando mais frequentes, devido ao aumento dos acidentes de alta energia. Elas apresentam um elevado índice de morbidade e mortalidade, acarretando grandes prejuízos socioeconômicos. OBJETIVO: analisar a epidemiologia das fraturas torácicas e lombares de pacientes atendidas no Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Getúlio Vargas em Recife (PE. MÉTODOS: este estudo é uma análise epidemiológica dos pacientes com fraturas da coluna torácica e lombar, admitidos na emergência do Hospital Getúlio Vargas no período de 1º de novembro de 2007 a 30 de abril de 2008. Foram admitidos 42 pacientes com fraturas da coluna torácica e lombar, perfazendo um total de 54 vértebras fraturadas. RESULTADOS: observou-se que as fraturas da coluna torácica e lombar foram mais frequentes no gênero masculino, com uma média de idade de 39 anos. As quedas de altura foram responsáveis por 61,9% dos casos, seguida dos acidentes com motos (19,05%. Lesões neurológicas estiveram presentes em 14,28% dos casos e o tratamento cirúrgico foi realizado em 50% deles. CONCLUSÃO: as fraturas da coluna torácica e lombar, no presente estudo, foram frequentes nos adultos jovens, do gênero masculino, trabalhadores e causadas por queda de altura.INTRODUCCIÓN: las fracturas de la columna torácica y lumbar están más frecuentes debido al aumento de los accidentes de alta energía. Estas presentaron un índice elevado de morbilidad y mortalidad, acarreando grandes daños socioeconómicos. Objetivo: analizar la epidemiología de las fracturas torácicas y lumbares de pacientes atendidas en el Servicio de Ortopedia y Traumatología del Hospital Getúlio Vargas, en Recife (PE. MÉTODOS: este estudio es un análisis epidemiológico de los pacientes con fracturas de la columna torácica y lumbar, admitidos en la emergencia del Hospital Getúlio Vargas durante el periodo de 1 de noviembre de 2007

  6. Fixação externa em fratura completa de metacarpo em potros External fixation in complete metacarpal fracture in foals

    OpenAIRE

    Marcelo Jorge Cavalcanti de Sá; Alceu Gaspar Raiser; Carmem Lice Buckman de Godoy; Luiz Carlos de Pellegrini; Alexandre da Silva Polydoro; Rogério Oliveira; Juarez Antonio França

    1997-01-01

    A regeneração de fraturas nos membros de eqüinos é complexa pelas características da espécie. Baseado em estudo biomecânico prévio, dez potros com fratura iatrogênica experimental do metacarpo tiveram redução pelo método de transfixação óssea. Cada animal foi avaliado mediante exames clínico, laboratorial e radiográfico até a recuperação. As complicações não foram significativas, exceto em um potro que requereu eutanásia. O método mostrou-se adequado e oferece estabilidade suficiente para cic...

  7. Resistência à fratura de restaurações diretas com cobertura de cúspide em pré-molares superiores endodonticamente tratados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    TAKAHASHI Cássia Utiyama

    2001-01-01

    Full Text Available Dentes tratados endodonticamente são considerados mais susceptíveis à fratura em função da perda de estrutura dentária. Este estudo teve como objetivo avaliar o aumento da resistência à fratura de pré-molares superiores que receberam acesso endodôntico e foram restaurados em resina composta com cobertura de cúspide. Foram utilizados 40 pré-molares superiores humanos extraídos, que foram divididos em 4 grupos: I - dentes hígidos; II - dentes com acesso endodôntico, com preparo MOD, restaurados em resina composta, sem cobertura de cúspide; III - dentes com acesso endodôntico, com preparo MOD e redução de cúspide, restaurados em resina composta, com cobertura de cúspide; IV - dentes com acesso endodôntico, com preparo MOD, sem receber restauração. Os corpos-de-prova foram submetidos a teste de compressão até a fratura e os resultados foram submetidos a análise de variância e comparados através do teste de Tukey, podendo-se concluir que os dentes do grupo III (restaurados com cobertura de cúspide apresentaram maior resistência à fratura, com valores significativos, em relação aos dentes do grupo II (restaurados sem cobertura de cúspide e IV (só preparo cavitário sem restauração. A restauração em resina composta direta com cobertura de cúspide pode ser considerada uma alternativa restauradora para dentes pré-molares submetidos à terapia endodôntica.

  8. Avaliação da resistência à fratura de dentes com condutos alargados e reconstruídos com pinos de fibras de vidro pré-fabricados (associados a pinos acessórios ou fitas de fibras) ou com pinos anatômicos

    OpenAIRE

    Osvaldo Bazzan Kaizer

    2006-01-01

    Avaliou-se a resistência à fratura de dentes tratados endodonticamente e reconstruídos com núcleos metálicos fundidos ou com diferentes procedimentos restauradores empregando pinos de fibras de vidro. Selecionaram-se 50 dentes caninos seccionados na junção cemento-esmalte, tratados endodonticamente e fixados em blocos de resina acrílica. Os dentes foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos, subdividididos de acordo com o tratamento instituído (10 espécimes cada): 1) núcleo metálico fun...

  9. Concha Bullosa Mucopyocele: a Case Report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamran Sari

    2016-03-01

    Full Text Available Concha bullosa (CB is among the most common anatomic variations of sinonasal anatomy. Although usually asymptomatic, CB can occasionally cause nasal obstruction or headache. Obstructions within the mucociliary transport system can develop into a mucocele or mucopyocele. A 48-year-old female, with a history of progressive headache and nasal obstruction, was referred to our department. Paranasal sinus tomography revealed a nasal mass in the left nasal cavity resembling a mucopyocele in the middle turbinate. Under general anesthesia, the purulent material was aspirated, and the lateral part of the left turbinate was resected. Mucopyoceles are common within the paranasal sinuses, but uncommon with CB; thus, they should be considered in patients with a large hyperemic nasal mass.

  10. Facial fractures: a 1-year retrospective study in a hospital in Belo Horizonte Fraturas de face: um estudo retrospectivo de 1 ano em um hospital de Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Ramos Chrcanovic

    2004-12-01

    Full Text Available A retrospective study was performed to assess facial fractures in patients treated at a public hospital in Belo Horizonte, in 2000. The data collected included age, gender, etiology, distribution of maxillofacial trauma considering day of the week and month, anatomic site of the fracture, and treatment. The analyses involved descriptive statistics and chi-squared test, Bonferroni test and analysis of variance. A total of 1,326 facial fractures were found in 911 patients. Most fractures occurred in adults with age ranging from 21 to 30 years. Men were more affected than women, with a male-female ratio of 4.69:1. Accidents causing facial fractures occurred predominantly on weekends. Bicycle and motorcycle accidents were the major cause of trauma, followed by interpersonal violence, automobile accidents, and falls. When the relation between the gender and the etiology of facial fractures was analyzed, a significant relation was noted between these variables (p Um estudo retrospectivo foi realizado para avaliar fraturas faciais em pacientes atendidos no ano de 2000 em um hospital público de Belo Horizonte. As informações coletadas incluíam idade, sexo, etiologia, distribuição do trauma de acordo com o dia da semana e o mês, o local anatômico da fratura e o tratamento. As análises envolveram estatísticas descritivas, teste qui-quadrado, teste Bonferroni e análise de variância. Foram encontradas 1.326 fraturas de face em 911 pacientes. A maioria das fraturas ocorreu em adultos na faixa etária de 21 a 30 anos. Os homens foram mais acometidos do que as mulheres, numa proporção homem:mulher de 4,69:1. Os traumas causadores de fraturas faciais ocorreram predominantemente nos fins de semana. Os acidentes de moto e bicicleta foram a maior causa de trauma, seguidos por violência interpessoal, acidentes automobilísticos e quedas. Quando analisada a relação entre o gênero e a etiologia das fraturas de face, observou-se uma associa

  11. Fratura na patela em crianças (fraturas do tipo "sleeve" Patellar fractures in children (sleeve-type fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro José Labronici

    2005-01-01

    Full Text Available Os autores descrevem um caso raro de fratura de patela num paciente de 11 anos de idade onde o diagnóstico inicial não foi realizado. O diagnóstico "sleeve fracture" ou fratura por desluvamento foi revisado quanto a diversos aspectos como o diagnóstico clínico, o auxílio por meio de imagem e o tratamento mais adequado. Concluíram que, embora rara, a fratura deve ser lembrada e que o tratamento mais adequado é o cirúrgico.The authors describe a rare case of patellar fracture in an 11 year-old patient in whom an early diagnosis was not provided. The sleeve fracture - or ungloving fracture - diagnosis was reviewed for various aspects such as clinical diagnosis, imaging tests aid and most suitable treatment. They concluded that, although rare, this kind of fracture should always be remembered, and that the most suitable treatment is surgery.

  12. Análise da capacidade funcional de indivíduos submetidos a tratamento cirúrgico após fratura do planalto tibial Assessment of the functional capacity of individuals submitted to surgical treatment after tibial plateau fracture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suélem Pereira Camacho

    2008-01-01

    Full Text Available As fraturas articulares são consideradas graves e ocasionam incapacidade, principalmente quando atingem uma articulação de carga, como o joelho. É necessário tratamento imediato a fim de obter estabilização dos fragmentos, evitando complicações secundárias. O objetivo do presente estudo foi analisar a capacidade funcional, durante as atividades de vida diária, de indivíduos que sofreram fraturas do planalto tibial e foram submetidos a tratamento cirúrgico entre os anos de 2002 a 2005. Foram analisados 20 pacientes com a aplicação do questionário ADLS (Activities of Daily Living Scale. Concluímos que 85% dos indivíduos apresentaram capacidade funcional próximo ao normal, de acordo com a pontuação estabelecida pela escala utilizada.Joint fractures are regarded as serious, causing disability, especially when involving a load joint, as the knee. Early treatment is required in order to get stabilization of fragments, preventing the occurrence of secondary complications. The present study was aimed at assessing functional capacity during daily life activities, on individuals who experienced tibial plateau fractures and submitted to surgical treatment between the years 2002 to 2005. Twenty patients were assessed by using the ADLS questionnaire (Activities of Daily Living Scale. We concluded that 85% of the individuals presented close-to-normal functional capacity, according to the scale's scoring system.

  13. Artroplastia total do joelho em paciente com pseudoartrose de fratura de Hoffa: relato de caso Total knee arthroplasty in a patient with Hoffa fracture pseudarthrosis: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pires e Albuquerque

    2011-01-01

    Full Text Available Os autores relatam a rara ocorrência de um caso de pseudoartrose de fratura de Hoffa em um paciente alcoólatra com geno valgo associado à insuficiência venosa que foi submetido a artroplastia total do joelho. Fazem uma revisão da literatura e discutem os principais fatores de indicação cirúrgica de artroplastia total do joelho após fratura do joelho. A artroplastia total do joelho foi uma opção viável em um paciente de 60 anos com pseudoartrose de fratura de Hoffa e comorbidades.A rare occurrence of a case of Hoffa fracture pseudarthrosis in an alcoholic patient with genu valgum associated with venous insufficiency who underwent total knee arthroplasty is reported. The literature is reviewed and the main factors for surgical indication of total knee arthroplasty after a fracture of the knee are discussed. Total knee arthroplasty was a viable option in a 60-year-old patient with Hoffa fracture pseudarthrosis and comorbidities.

  14. Índice de fratura de instrumentos manuais de aço inoxidável e rotatórios de NiTi em clínica de pósgraduação em Endodontia

    OpenAIRE

    Tavares,Warley Luciano Fonseca; Mayor, Cristina Dorella Paulino Soutto; Gonçalves, Gabriela de Souza; Viana, Ana Cecília Diniz; Henriques, Luiz Carlos Feitosa

    2016-01-01

    Objetivo: Realizar um estudo retrospectivo sobre o índice de fraturas de instrumentos manuais de aço inoxidável e rotatórios de níquel-titânio em tratamentos endodônticos realizados por alunos de um curso de especialização em Endodontia, relacionando a fratura dos instrumentos à fase de instrumentação dos canais. Material e Métodos: Foram analisados prontuários de pacientes atendidos por estudantes dos cursos de pós-graduação em Endodontia do Instituto de Estudos da Saúde (IES) em Belo Horizo...

  15. Avaliação biomecânica da fixação da fratura supracondiliana do fêmur comparando placa-lâmina 95º com DCS Fixation of supracondylar femoral fractures: a biomechanical analysis comparingthe 95º blade plate and the dynamic condylar screw (DCS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antônio Percope Andrade

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Demonstrar por meio de ensaios biomecânicos comparativos entre a placa-lâmina de 95º e o parafuso condilar dinâmico (Dynamic Condylar Screw - DCS, qual apresenta maior resistência às cargas compressivas e de flexão, bem como tentar correlacionar o tipo de falha apresentada durante os testes com cada um dos tipos de placa. MÉTODOS: Sessenta e cinco fêmures suínos foram submetidos a osteotomia em cunha de subtração medial de um centímetro (cm, na região metafisária distal do fêmur, com o objetivo de simular fratura supracondiliana instável. Foi realizada osteossíntese dessas peças, sendo 35 fixadas com placa-lâmina 95º e 30 com placas com DCS, submetendo-as a cargas em compressão axial e flexão. Outra variável estudada foi o tipo de falha apresentada em cada grupo com a tentativa de correlacioná-la com o tipo de placa. RESULTADOS: Os resultados não mostraram diferença estatisticamente significante na resistência biomecânica entre os dois tipos de placas ou entre o tipo de falha e a placa utilizada na osteossíntese. CONCLUSÃO: Os dois tipos de placas se comportam de maneira semelhante, embora haja um indicativo de que a placa-lâmina seja, no ensaio de flexão, superior à placa DCS. Não foi observada diferença entre o tipo de falha e o tipo de placa utilizada.OBJECTIVE: to determine, by means of comparative biomechanical tests between the 95o angled blade plate and the dynamic condylar screw (DCS, the one that presents greater compressive load resistance and flexion, and to correlate the failure type presented during the tests with each type of plate. METHODS: Sixty-five porcine femurs were submitted to a 1 cm medial wedge osteotomy, in the metaphysic, to simulate an unstable supracondylar femoral fracture. Osteosynthesis of these pieces was performed: 35 were fixated with a 90o lateral blade plate, and 30 with DCS plates. Another variable studied was the failure type presented in each group, attempting

  16. Síndrome compartimental pós-fratura de platô tibial

    OpenAIRE

    Guilherme Benjamin Brandão Pitta; Thays Fernanda Avelino dos Santos; Fernanda Thaysa Avelino dos Santos; Edelson Moreira da Costa Filho

    2014-01-01

    As fraturas de platô tibial são relativamente raras e representam, aproximadamente, 1,2% de todas as fraturas. A tíbia, por sua localização subcutânea e pobre cobertura muscular, está exposta a sofrer grandes quantidades de traumatismos, que não são somente fraturas, mas também lesões por achatamento, contusões severas, entre outras que, em um determinado momento, podem causar no enfermo a síndrome compartimental. É relatad...

  17. Next generation aircraft & spacecraft by fracture mechanics analysis & relativistic elasticity = Espaçonaves e aeronaves de nova geração através da análise de mecânica da fratura e elasticidade relativista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ladopoulos, E. G.

    2012-01-01

    Full Text Available A teoria pioneira e inovadora da “Elasticidade Relativista” é proposta para o projeto de aeronaves de grande porte de nova geração com motores turbojato e velocidades na faixa de 50. 000 km/h e para espaçonaves de nova geração de qualquer velocidade. Uma teoria tão nova demonstra que há diferença considerável entre o tensor tensão absoluto e o tensor tensão da fuselagem, mesmo na faixa de velocidades de 50. 000 km/h. Para velocidades muito maiores de espaçonaves de nova geração, como c/3, c/2, 3c/4, ou 0,80c (c=velocidade da luz, a diferença entre os dois tensores tensão é bastante aumentada. A nova teoria da “Elasticidade Relativista” é uma combinação das teorias da “Elasticidade Clássica” e “Relatividade Especial” e resulta na “Equação Universal da Elasticidade” e nos "Fatores de Intensidade de Tensão Universais”. O “projeto estrutural” de veículos super velozes requer a consideração da pulsação da massa e da interação massa-energia em uma escala espaço-tempo de alta velocidade, já que os fatores de intensidade de tensão relativos são diferentes dos fatores de intensidade de tensão absolutos correspondentes

  18. Fratura toracolombar explosão: análise radiográfica diferencial entre A e B de Margerl Thoracolumbar burst fracture: radiographic evaluation on differences between Magerl's A and B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Almeida de Assunção Filho

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar nos pacientes com fratura toracolombar explosão de Denis a incidência de fratura tipo A e B de Margerl segundo examinadores independentes. MÉTODOS: De acordo com a abertura radiográfica dos processos espinhosos do arco vertebral posterior na radiografia ântero-posterior, três examinadores independentes dividiram os pacientes internados de 2000 a 2009 com fratura toracolombar explosão (Denis em fraturas tipo A3 e B1.2 de Margerl. A avaliação estatística foi descritiva e pelo método de Kappa. RESULTADOS: Dos 72 pacientes, a fratura foi classificada B em 11 pacientes de acordo com o primeiro examinador 1; 10 pelo segundo e 17 pelo terceiro. A concordância entre os examinadores da presença de comprometimento posterior nestas fraturas (B1.2 foi satisfatória (boa,κ=0,7. CONCLUSÃO: 14 a 24% de pacientes com fratura toracolombar explosão (Denis apresentam comprometimento posterior (B1.2 de acordo com critérios radiográficos. Nível de evidencia III, Estudo Diagnostico, Investigação de Teste diagnosticoObjectives: Evaluate incidence of Magerl's A and B group in thoracolumbar burst fracture (Denis according to independent examiners. Method: According to the posterior spinous process split on the anteroposterior radiography, three independent examiners have analyzed the patients admitted from 2000 to 2009 with thoracolumbar burst fractures (according to Denis to differenciate between Magerl's type A3 and B1.2. Statistical evaluation was descriptive and by using Kappa's method. Results: From the 72 patients, 11 patients compose the Magerl's type B group according to examiner 1; 10 according to examiner 2; and 17 according to examiner 3. Posterior lesion concordance was satisfactory (good,κ=0,7 between the examiners. Conclusion: 14 to 24% patients with thoracolumbar fractures show posterior lesion (B1.2 by using radiographic criteria. Level of evidence III, Diagnostic Studies Investigating a Diagnostic Test.

  19. Fraturas expostas: estudo epidemiológico e prospectivo Open fractures: prospective and epidemiological study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Rodrigo Peres Arruda

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Traçar o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos em uma unidade de urgência com diagnóstico de fratura exposta. MATERIAIS E MÉTODOS: O trabalho é do tipo epidemiológico, prospectivo, descritivo, observacional, das fraturas expostas atendidas por amostra de conveniência na instituição, no período de 1 setembro de 2005 a 31 de março de 2007. A coleta dos dados foi através de questionário com diversas variáveis. RESULTADOS: Obtivemos 342 pacientes portadores de 346 fraturas, sendo a maioria do sexo masculino (86,84%, com idade média de 30,41 anos e tempo médio de internação de 6,87 dias. As profissões encontradas foram os estudantes (21,92%, seguido dos "motoboys" (11,40%. Os acidentes ocorreram em vias públicas (57,30%, acometendo os ossos da perna (37,86% e classificadas como grau III (45,36%. Lesões associadas ocorreram em 27,19%, apresentando 11,11% de complicações. Houve consumo de bebida alcoólica (12,86% e drogas (1,46% nas 6 horas que antecederam o trauma. CONCLUSÃO: Houve o predomínio do paciente jovem do sexo masculino, com ensino fundamental incompleto, acidentes de trânsito, no período das 19hs às 0hs, acometendo os ossos da perna e classificadas como grau III. As lesões associadas e complicações precoces estão mais relacionadas às lesões de maior gravidade.OBJECTIVE: to delineate the epidemiological profile of patients attended by an emergency unit, diagnosed with open fractures. MATERIALS AND METHODS: This is an epidemiological, prospective, descriptive, observational study of open fractures attended at the institution, selected by convenience sampling, in the period September 1, 2005 to March 31, 2007. The data were collected from patients using a questionnaire with multiple variables. RESULTS: we obtained 342 patients with 346 open fractures. The majority of the patients were male (86.84%, with an average age of 30.41 years and average hospitalization time of 6.87 days. The main

  20. Concha bullosa mucocele and mucopyocele: a series of 4 cases.

    Science.gov (United States)

    Al-Sebeih, Khalid H; Bu-Abbas, Mohd H

    2014-01-01

    Concha bullosa is an aerated turbinate in the nose. It is a common anatomic variant that can develop a mucocele if obstructed, which can further progress to become a mucopyocele if infected. A mucopyocele can expand and cause destruction of neighboring tissues. A review of the literature revealed only 10 cases previously reported. We describe 2 cases of mucocele and 2 cases of mucopyocele.

  1. Efeitos de bifosfonatos e estatinas na reparação de fraturas em tíbias de ratas com osteoporose induzida com dexametasona

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. B. Ferreira Júnior

    2009-02-01

    Full Text Available

    A osteoporose é uma doença caracterizada por diminuição da massa óssea, com conseqüente aumento da incidência de fraturas, necessitando de métodos preventivos e de tratamentos eficazes. Alguns estudos demonstram que não somente a osteoporose, mas fármacos como alendronato, promovem a não consolidação de fraturas, presumivelmente pelo desequilíbrio de atividade osteoblástica e osteoclástica ocasionadas por esse fármaco. O presente estudo teve como objetivo verificar, comparativamente, os efeitos de alendronato de sódio, risedronato sódico, atorvastatina cálcica e lovastatina na reparação de fraturas em ratas osteoporóticas induzidas com dexametasona. Os efeitos desses fármacos foram analisados pelos marcadores bioquímicos cálcio, fósforo, albumina, proteínas totais, fosfatase alcalina e exame histomorfométrico de densidade trabecular óssea. Além disso, foi realizada morfometria através das medidas de comprimento, espessura, diâmetro do calo ósseo e densidade das tíbias dos animais. Os resultados bioquímicos não apresentaram diferenças significativas. Através da morfometria e histomorfometria foi possível constatar a indução da osteoporose com o glicocorticóide, assim como a melhoria na densidade óssea, densidade trabecular óssea e diâmetro do calo ósseo em todos os grupos tratados. Estas técnicas mostraram que a recuperação óssea foi equiparável ao do grupo normal, o que demonstra que os fármacos usados são eficazes em animais osteoporóticos submetidos à fratura, ressaltando que os melhores efeitos foram obtidos com o alendronato. Palavras-chave: reparo ósseo; osteoporose; alendronato; risedronato; atorvastatina; lovastatina.

  2. Avaliação do efeito do Risedronato Sódico na consolidação de fraturas: estudo experimental em ratos

    OpenAIRE

    Oliveira Luiz Antonio Alcântara de; Guarniero Roberto; Rodrigues Consuelo Junqueira; Santana Paulo José de; Batista Marco Antonio

    2004-01-01

    Realizou-se um estudo experimental com 40 ratos da raça Lewis visando-se avaliar a influência do risedronato sódico na consolidação de fraturas em animais submetidos à dieta aprotéica e dieta protéica, divididos aleatoriamente em quatro grupos, com 10 animais em cada grupo, assim constituídos: grupo I, com dieta protéica, sem risedronato (grupo controle); grupo II, dieta protéica, com risedronato; grupo III, dieta aprotéica, sem risedrionato; grupo IV, dieta aprotéica, com risedronato. Os rat...

  3. Sternal and vertebral fractures, a well-known association, usually overlooked: review of six clinical cases Fracturas vertebrales y fracturas concomitantes del esternón: revisión de seis casos Fraturas vertebrais e fraturas concomitantes do esterno: revisão de seis casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro Silva G.

    2010-09-01

    explorar la región torácica superior. En la presencia de fracturas del esternón, una fractura vertebral debe ser descartada, así no estén presentes lesiones mayores. La tomografía computarizada y la resonancia magnética deben ser obtenidas en el momento de sospecha clínica, aunque el rayo-X sea negativo.OBJETIVO: a associação de fraturas do esterno e vertebral tem sido previamente descrita na literatura. Essas lesões são frequentemente negligenciadas na avaliação inicial. O objetivo deste estudo foi analisar e discutir os métodos diagnósticos utilizados para essas lesões e salientar a importância do reconhecimento precoce dessas fraturas. MÉTODOS: foi realizada uma análise retrospectiva de seis pacientes que sofreram, concomitantemente, fraturas do esterno e vertebrais, por meio da análise de prontuários e exames de imagem. RESULTADOS: todos os pacientes foram diagnosticados com fraturas do esterno na avaliação inicial, mas somente dois foram diagnosticados com fraturas vertebrais. CONCLUSÃO: o não-reconhecimento dessas fraturas na avaliação inicial pode ser associado à dificuldade de explorar a região torácica superior. Na presença de fraturas do esterno, uma fratura vertebral deve ser descartada, embora lesões maiores não sejam presentes. A tomografia computadorizada (TC e a ressonância magnética (RM devem ser obtidas se houver suspeita clínica, apesar de os raios-X serem negativos.

  4. Importância da realização de radiografias em posição ortostática na avaliação inicial de pacientes com fraturas toracolombares Importancia de la realización de radiografías en posición ortostática en la evaluación inicial de pacientes con fracturas toraco-lumbares Importance of performing weight-bearing radiographs in the initial evaluation of patients with thoracolumbar fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lúcio Chaves de Resende

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: o manejo das fraturas toracolombares estáveis é controverso, especialmente em pacientes sem déficit funcional. Este estudo questiona o motivo de ser realizada uma avaliação das imagens apenas na posição supina, uma vez que, paradoxalmente, o tratamento conservador inclui o ortostatismo precoce. O propósito deste estudo é determinar se a realização de radiografias em posição ortostática influencia na definição do tratamento dos pacientes com fraturas torácicas e lombares classificadas como tipo "A" da AO-ASIF. MÉTODOS: de janeiro de 2007 a novembro de 2008, foram avaliados pacientes portadores de fraturas torácicas e lombares por meio de radiografias em decúbito e tomografia computadorizada, visando identificar sinais de instabilidade. As fraturas classificadas radiograficamente como tipo "A" da AO-ASIF, inicialmente por tratamento conservador, foram submetidas à realização de radiografias em ortostatismo sem o colete ortótico na fase aguda e seus parâmetros radiológicos foram reavaliados. RESULTADOS: foram incluídos neste estudo 59 pacientes com fraturas toracolombares estáveis (T11 a L4, e todos toleraram o exame. A cifose vertebral aumentou 46,8%. O colapso anterior aumentou 15,52%. Três destes pacientes (5,1% receberam a indicação cirúrgica após radiografias em ortostatismo por apresentarem critérios de instabilidade. CONCLUSÕES: a realização das radiografias em ortostatismo mostrou-se eficiente na identificação de pacientes com instabilidade ainda não manifesta e capaz de predizer a evolução satisfatória durante o tratamento conservador, além de ser um exame diagnóstico seguro, de fácil aplicabilidade e com baixo custo. Neste estudo, um total de 5,1% dos pacientes tiveram seu tratamento conservador alterado para o cirúrgico.OBJETIVO: el manejo de las fracturas toraco-lumbares estables es controvertido, especialmente en pacientes sin déficit funcional. Este estudio cuestiona el motivo

  5. Fratura de côndilo occipital associada a fratura de Jefferson e lesão dos nervos cranianos caudais: relato de caso

    OpenAIRE

    Asdrubal Falavigna; Fabrício Molon da Silva; Alessandra Souto Hennemann

    2002-01-01

    A fratura de côndilo occipital (FCO) é patologia que pode passar despercebida à avaliação médica, não só por sua infrequência (1%) como pela variedade de diagnóstico clínico e dificuldade na visualização dessa área ao exame radiológico de rotina. Essa fratura pode vir associada a lesões de nervos cranianos (31%), sendo o hipoglosso o mais comumente envolvido (67%). É rara sua associação com fratura de Jefferson. Relatamos o caso de uma paciente de 58 anos, que desenvolveu FCO, lesão de nervos...

  6. Prevalência de depressão em mulheres idosas com fratura de quadril Prevalence of depression in older women with hip fracture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Cristina Bustamante Costa

    2009-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A fratura de quadril possui elevada prevalência, principalmente em mulheres idosas. A depressão possui elevada prevalência nas mulheres e dados da literatura sugerem a existência de uma associação entre depressão e risco de fratura de quadril. Entretanto, não encontramos estudos brasileiros investigando especificamente esse tópico. OBJETIVOS: Investigar, em mulheres idosas, a prevalência de episódio depressivo maior precedendo a fratura de quadril e comparar com a prevalência de depressão em um grupo controle. MÉTODOS: Foram avaliadas 65 mulheres idosas, sendo 30 com fratura de quadril e 35 sem fratura de quadril. Para avaliar a depressão, utilizaram-se a Entrevista Clínica Estruturada para DSM-IV (SCID e a Escala de Hamilton para Depressão na versão de 31 itens (HAM-D-31; para a avaliação do estado cognitivo, utilizou-se o Mini-Exame do Estado Mental (Mini Mental State Examination " MMSE. RESULTADOS: As pacientes com fratura de quadril apresentaram uma tendência para maior prevalência de história de episódio depressivo maior (p = 0,08 e menor pontuação para o MMSE. CONCLUSÕES: Neste estudo preliminar, encontrou-se uma tendência para maior prevalência de depressão em mulheres idosas com fratura de quadril. Estudos multicêntricos são recomendados para investigar essa possível associação na população brasileira.BACKGROUND: Hip fracture has a high prevalence, especially among older women. Depression is common among females and data have suggested the existence of an association between depression and risk of hip fracture. However, we could not find Brazilian studies focusing specifically this issue. OBJECTIVES: To investigate, in elderly women, the prevalence of major depressive episode previously to the hip fracture and compare with the prevalence of depression in a control group. METHODS: We evaluated 65 elderly women, 30 with hip fracture and 35 without a hip fracture. To evaluate the depression we

  7. Baixa incidência de fraturas do quadril associadas à osteoporose, em Sobral-CE Low lncidence of hip fractures associated with osteoporosis in Sobral-CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Airton Castro da Rocha

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: fraturas do quadril em pacientes acima de 60 anos representam séria morbidade ligada à osteoporose. Influências genéticas e ambientais foram relatadas como associadas à epidemiologia da osteoporose. Sobral, localizada no nordeste do Brasil (3º41'10" S/40º20'59"E, tem 138.565 mil habitantes que são predominantemente descendentes de brancos portugueses e índios brasileiros. MÉTODO: avaliamos a ocorrência de fraturas do quadril em Sobral entre julho de 1996 e junho de 2000. Os dados foram obtidos dos prontuários médicos da Santa Casa de Sobral, que é o hospital de referência local. Todos os registros de pacientes maiores de 20 anos com diagnóstico de fratura do fêmur ou do quadril foram revisados. RESULTADOS: identificamos no total 79 fraturas. Dez (12,6%, que ocorreram em menores de 50 anos, foram excluídas da análise. Sessenta e nove (87,3% ocorreram em maiores de 50 anos, compreendendo 19 (27,5% homens e 50 (72,4% mulheres, com uma incidência anual idadeajustada de 5,59/10.000/ano em homens e 12,4/10.000/ano em mulheres, respectivamente, para essa faixa etária. Dois pacientes, de 79 e 82 anos, morreram 9 e 6 dias após hospitalização, respectivamente. A média de tempo de hospitalização foi de 7,5 dias (variação de 4-19 dias. CONCLUSÕES: Houve tendência a acréscimo na incidência de fraturas de quadril em pessoas acima de 50 anos. A incidência de fraturas do quadril nessa população foi cerca de quatro vezes menor que a relatada em brancos caucasóides.OBJECTIVE: Hip fractures in patients older than 60 years old represent a serious morbidity linked to osteoporosis. Both genetic and environmental influences have been reported as important factors related to the epidemiology of osteoporosis. Sobral is located in the northeast of Brazil (3º41'10" S/40º20'59"E and has 138,565 inhabitants, which are mostly descendants from white Portuguese and native Brazilian. METHODS: We evaluated the occurrence of hip

  8. Fratura supracondiliana do fêmur durante salto após reconstrução artroscópica do ligamento cruzado anterior Supracondylar emur fracture during jump after anterior cruciate ligament arthroscopic reconstruction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Yukio Fukuda

    2009-04-01

    Full Text Available CONTEXTUALIZAÇÃO: A fratura distal do fêmur é uma das possíveis complicações no período pós-operatório de reconstrução de LCA, porém, de incidência rara. RELATO DE CASO: Descreve-se o caso de um atleta de 34 anos, gênero masculino, no quinto mês de pós-operatório de reconstrução de LCA. O caso evoluía normalmente de acordo com o protocolo estabelecido; o paciente apresentava bom controle e estabilidade sensoriomotora, quando sofreu fratura supracondiliana do fêmur ao realizar um salto durante atendimento fisioterápico. A reconstrução ligamentar foi realizada com enxerto dos músculos flexores do joelho e a fratura, ocasionada posteriormente, reduzida e fixada com placa e parafuso. Dez meses após a redução aberta e fixação interna da fratura, apresenta função regular na escala Lysholm, amplitude de movimento normal e força muscular grau V em flexores e extensores da coxa. DISCUSSÃO: Poucos relatos de caso semelhantes ao presente foram encontrados na literatura; a maioria apresentou fratura do fêmur após a reconstrução do LCA com tendão patelar. Este caso mostra-se relevante pela associação da fratura supracondiliana do fêmur com reconstrução ligamentar com tendões dos flexores, visto que apenas um trabalho seguiu tal direção. Dentre as prováveis causas dessa fratura, destacam-se uma fragilidade óssea por desuso e túnel ósseo femoral de diâmetro maior que o padrão, apesar de não haver consenso em relação a essas alterações. Uma hipótese sugerida pelos autores deste relato é de que o túnel ósseo de fixação do enxerto pode ter sido um intensificador de estresse sobre o local da fratura.BACKGROUND: Distal femoral fracture is one of the possible complications on the post operative period of the ACL reconstruction; however, with rare incidence. CASE REPORT: This study reports a male 34 year-old athlete, five months after ACL reconstruction surgery. The case developed normally in accordance

  9. Osteorradionecrose resultando em fratura patológica de mandíbula: relato de caso clínico = Osteoradionecrosis resulting in pathological fracture of jaw: relate of clinical case

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gomes, Ana Claudia Amorim

    2007-01-01

    Full Text Available Introdução: A osteorradionecrose (ORN é uma severa complicação da radioterapia em pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço. Dependendo da localização e extensão da lesão osteorradionecrótica, pode trazer sinais e sintomas como dor, odor fétido, disgeusia, disestesia ou anestesia, trismo, dificuldade de mastigação, deglutição e fonação, formação de fístula, fratura patológica e infecção local ou sistêmica. Objetivo: O presente trabalho teve como objetivo relatar um caso clínico de um paciente portador de osteorradionecrose em corpo mandibular, com presença de infecção, e que resultou em fratura patológica mandibular. Desenvolvimento do caso: Foram realizados esquemas rigorosos de antibioticoterapia, associados a oxigenoterapia hiperbárica para permitir o tratamento da fratura mandibular com fixação interna rígida, após o tratamento da infecção secundária, na intenção de eliminar a osteorradionecrose, a qual no caso em questão houve reparação e ausência de qualquer sinal clínico radiográfico de recidiva, num acompanhamento de um ano de pós-operatório. Conclusão: Diante da severidade da doença, esgotadas as possibilidades conservadoras e diante de uma necessidade cirúrgica pela fratura patológica, pôde-se observar que o uso da oxigenoterapia hiperbárica resultou em uma satisfatória cicatrização da ferida cirúrgica, bem como a manutenção da saúde dos tecidos no caso em questão

  10. Fratura traumática de coluna torácica T1-T10 Traumatic fracture of the thoracic spine T1-T10

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Asdrubal Falavigna

    2004-12-01

    Full Text Available Descrevemos a incidência, causas, manejo e prognóstico das fraturas traumáticas de coluna torácica de T1 a T10. Estudamos retrospectivamente os casos cirúrgicos de fraturas traumáticas da coluna torácica (T1 a T10, durante o período de junho de 1994 a junho de 2003. O tipo de fratura foi determinado segundo a classificação de Gertzbein e o grau de estabilidade através da classificação de Denis. O quadro neurológico à internação e 30 dias após a cirurgia foi avaliado através da classificação de ASIA/IMSOP. O objetivo da cirurgia nos pacientes com lesão medular completa (n=7 foi de estabilização, enquanto nos casos de instabilidade vertebral em que não houve lesão medular ou esta foi incompleta (n=12, optou-se pela descompressão do tecido nervoso, correção do alinhamento da coluna e estabilização da coluna.We describe the incidence, causes, management and prognosis of traumatic fractures of the thoracic spine from T1 to T10 in surgical cases of traumatic fractures of spine during the period from June 1994 to June 2003 studied retrospectively. The type of fracture was determined according to the Gertzbein classification, and the degree of stability using the Denis classification. The neurological picture at admission and 30 days after surgery was evaluated using the ASIA/IMSOP classification. Surgery was performed in patients with complete spinal cord injury (n=7 for the purpose of stabilization using the posterior approach. In cases without spinal cord injury or incomplete injury (n=12, the surgical procedure was performed aiming to decompress the nerve tissue, to correct the alignment of the spine and to stabilize the spine.

  11. False positive 18F-FDG PET/CT due to inflamed concha bullosa.

    NARCIS (Netherlands)

    Arens, A.I.J.; Verbist, B.M.; Hendrickx, B.W.; Geus-Oei, L.F. de; Oyen, W.J.G.

    2012-01-01

    A 62-year-old woman with a history of breast cancer was referred for an (18)F-FDG PET/CT scan. She had an active upper respiratory infection at the time of examination. An FDG avid (SUV(max) = 7.7) middle turbinate was identified, correlating with an inflamed concha bullosa. A short review of concha

  12. Utilização do farelo de conchas de vôngole na adsorção de fósforo e como corretivo da acidez do solo Utilization of ground clam shells in the adsorption of phosphorus and for correction of soil acidity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola A. V. Lo Monaco

    2012-10-01

    Full Text Available Teve-se o objetivo de, com a realização deste trabalho, obter a curva de neutralização do pH de amostras dos horizontes A e B de um Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, utilizando-se de farelo de conchas de vôngole (Anomalocardia brasiliana; além disso, avaliar a capacidade de adsorção de fósforo, obtendo-se a isoterma de adsorção de melhor ajuste aos dados obtidos. Verificou-se que o farelo de concha de vôngole apresenta potencial para uso como corretivo de acidez do solo e que a dose recomendada para correção do pH do horizonte A do Latossolo Vermelho Amarelo distrófico estudado foi de 2,92 t ha-1, enquanto, para correção do horizonte B, foi de 3,35 t ha-1. O farelo de conchas de vôngole também apresentou alta capacidade de adsorção de fósforo, o que indica possibilidades de sua utilização em sistemas que visem à remoção deste elemento químico de águas residuárias. Os modelos de Langmuir e Freundlich ajustaram-se bem aos dados e podem ser utilizados para representar a isoterma de adsorção de fósforo.The objective of this study was to obtain the curve of pH neutralization for samples of the horizons A and B of a dystrophic Rhodic Haplustox soil using ground clam shells (Anomalocardia brasiliana, as well as assess the capacity of phosphorus adsorption to obtain the adsorption isotherm that best fit to the data obtained. It was found that the ground clam shells present potential to be used in soil acidity correction and that the recommended dose for pH correction of horizon A of the dystrophic Rhodic Haplustox studied was 2.92 t ha-1, while for correction of horizon B was 3.35 t ha-1. The ground clam shells also showed high adsorption capacity for phosphorus, which indicates possibilities of its use in systems targeting the removal of this chemical from wastewater. The Langmuir and Freundlich models fit well to the data and may be used to represent the adsorption isotherm.

  13. Fraturas transtrocanterianas: uso de alendronato no pós-operatório Transtrochanterian fractures: postoperative use of alendronate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José Nunes Cardoso

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar resultados do uso de alendronato de sódio em pós operatório de fratura transtrocanteriana. MÉTODO: Durante seis meses, 75 pacientes foram atendidos no Serviço de Ortopedia devido à fratura transtrocanteriana de fêmur, sendo submetidos a tratamento cirúrgico com fixação através de placa DHS 135°. Foram selecionados 19 pacientes, hígidos, cooperativos, previamente deambuladores, classificados segundo Tronzo em tipo III e cujos quadris contra laterais não haviam sido submetidos a nenhuma cirurgia prévia, permitindo a realização de Densitometria Óssea Mineral no pós-operatório imediato e após seis meses. Os pacientes foram divididos em grupos I e II, com e sem uso de alendronato de sódio, a partir do pós-operatório imediato, respectivamente. O seguimento mínimo foi de seis meses. Após quatro semanas, os pacientes foram avaliados de acordo com a Escala Visual Analógica de Dor (EVA, para observação do índice de reabsorção óssea, a massa óssea e a consolidação radiológica da fratura. RESULTADOS: Houve uma tendência estatística de consolidação radiológica mais precoce com menor reabsorção óssea nos pacientes com uso de alendronato de sódio na pós-fratura com osteoporose estabelecida. CONCLUSÃO: Concluímos que, radiologicamente, os pacientes que utilizaram alendronato de sódio tiveram uma consolidação óssea mais rápida, com menor índice de reabsorção.OBJECTIVE: To evaluate the results of the use of alendronate sodium in postoperative transtrochanteric femoral fractures. METHOD: Over a six-month period, 75 patients were treated at the Orthopedic Service for transtrochanteric femoral fractures, undergoing surgery with 135 degree DHS plate fixation. We selected 19 patients who were healthy, cooperative, previously unable to walk, classified as type III according to Tronzo, whose contralateral hips had not undergone any previous surgery, enabling the evaluation of bone mineral density

  14. GESSO SINTÉTICO E PINOS TRANSCORTICAIS NA REDUÇÃO DE FRATURA DE TÍBIA EM UMA BEZERRA FIBERGLASS CAST AND TRANSCORTICAL PINS IN TIBIAL FRACTURE REDUCTION IN A CALF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edivaldo Aparecido Nunes Martins

    2001-02-01

    Full Text Available Relata-se um caso de fratura de tíbia em uma bezerra de sete meses de idade, 200kg de peso, apresentando fratura fechada, cominutiva em diáfise. A fixação externa foi preferida como método de imobilização óssea, utilizando-se pinos transcorticais e gesso sintético. Obteve-se eficiente imobilização da fratura, com rápida recuperação do animal, dispendendo-se pouco tempo para o pós-operatório (52 dias. A técnica demonstrou ser de fácil realização e passível de ser executada a campo.A case of tibial fracture in a 7-month-old calf is reported, with closed comminuted diaphysial fracture. It has been given preference to external fixation as means of fracture immobilization, and transcortical pins and fiberglass cast have been used. Effective immobilization of the fracture and fast recovering of the animal as well as less time consuming toward the postoperative have been obtained. This technique has showed feasible to be done in the field.

  15. Fraturas em duas e três partes do úmero proximal tratadas com sutura não absorvível Two- and three-part fractures of the proximal humerus treated with non-absorbable suture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antônio de Castro Veado

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os resultados clínicos e radiográficos dos pacientes com fraturas em duas e três partes da extremidade proximal do úmero tratados por sutura não absorvível, com incorporação do manguito rotador, o que permite aumentar a estabilidade da fixação, principalmente em pacientes com pobre qualidade óssea. MÉTODOS: Dezenove pacientes foram operados, sendo 15 do sexo feminino e quatro do masculino, com média de idade de 57,4 anos (23-79 anos e seguimento médio de 53,4 meses (sete a 144 meses. De acordo com a classificação de Neer, havia 10 fraturas em três partes (colo cirúrgico e tubérculo maior e nove fraturas em duas partes (duas do tubérculo maior e sete do colo cirúrgico. Todos foram operados na posição " cadeira de praia" , com anestesia endotraqueal e bloqueio do plexo braquial. O acesso deltopeitoral foi utilizado para fraturas em duas partes do colo cirúrgico e fraturas em três partes. Para fraturas em duas partes do tubérculo maior, foi utilizado acesso transacromial. As fraturas foram reduzidas e fixadas com sutura não absorvível nº 5. O ângulo cervicodiafisário foi medido para avaliação da consolidação viciosa. RESULTADOS: Verificou-se consolidação óssea em 95% dos pacientes. A média da elevação anterior nos pacientes com fratura em duas partes foi de 163,3° (90°-180°; a rotação externa média, de 56° (30° a 90°; e a rotação interna média, de T10 (S1-T5. Nos pacientes com fratura em três partes, a média de elevação anterior foi de 163° (100°-180°; a rotação externa média, de 52,5° (5°-70° e a rotação interna média, de T10 (L4-T7. A força de abdução foi igual à do lado contralateral em 12 pacientes e menor em sete. O tempo necessário para o paciente retornar às atividades anteriores foi, em média, de 5,19 meses (dois a 12 meses. Na avaliação radiológica, o ângulo cervicodiafisário médio foi de 141° (110°-170° nas fraturas em duas partes e de

  16. Fixação externa em fratura completa de metacarpo em potros External fixation in complete metacarpal fracture in foals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Jorge Cavalcanti de Sá

    1997-08-01

    Full Text Available A regeneração de fraturas nos membros de eqüinos é complexa pelas características da espécie. Baseado em estudo biomecânico prévio, dez potros com fratura iatrogênica experimental do metacarpo tiveram redução pelo método de transfixação óssea. Cada animal foi avaliado mediante exames clínico, laboratorial e radiográfico até a recuperação. As complicações não foram significativas, exceto em um potro que requereu eutanásia. O método mostrou-se adequado e oferece estabilidade suficiente para cicatrização.The fracture healing in equine legs is a complex process due to species characteristics. Based in previous biomechanical study ten horses had iatrogenic metacarpal fractures reduced by external bone fixation. Each animal was evaluated by clinical, laboratorial and radiografic examination till complete recovery. No significant complication were observed, except one animal which was submitted to euthanasia. The method offers appropriate stability for bone healing.

  17. Surgical management of axis' traumatic spondylolisthesis (Hangman's frature Tratamento cirúrgico para a espondilolistese traumática do áxis (fratura do enforcado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Romeo Boullosa

    2004-09-01

    ções de fixação com "halo vest" devido a traumatismo crânio-encefálico importante. MÉTODO: De junho de 1998 a abril de 2002, foram operados dez pacientes com espondilolistese traumática do áxis. Nove foram vítimas de acidentes automobilísticos e um sofreu queda de cavalo. Quatro pacientes tinham sido submetidos a tratamento clínico, e apresentavam sinais de pseudoartrose, com dor intensa à movimentação da coluna cervical. Dois apresentavam traumatismo crânio-encefálico moderado com múltiplas fraturas de crânio. Um foi submetido a tratamento cirúrgico de hematoma extradural agudo. Três apresentavam deslocamento importante de C2 sobre C3. Os pacientes foram submetidos a artrodese das fraturas com dois parafusos de rosca parcial colocados nos pedículos de C2, atravessando-se as fraturas, o que permitiu melhor aproximação das fraturas com alinhamento de C2-C3. Em dois pacientes foi necessária a fixação adicional com placa lateral fixa nas massas laterais de C3. RESULTADOS: Nove pacientes tiveram boa evolução pós-operatória com consolidação satisfatória das fraturas, e desaparecimento dos sintomas. Um paciente teve boa evolução com consolidação das fraturas, mas permanece com dores cervicais aos esforços. CONCLUSÃO: A fixação da espondilolistese traumática do áxis com o uso de parafusos de rosca parcial, nos pedículos de C2 e através dos traços de fratura é uma boa opção para o tratamento de pacientes que apresentarem pseudoartrose após tratamento clínico, ou apresentam contraindicações para o uso do "halo vest", como fraturas da calota craniana, ou grandes lacerações de couro cabeludo.

  18. Fratura bilateral de primeira costela em mergulho com colete salva-vidas Bilateral first rib fracture in a dive with life vest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pietro de Almeida Sandri

    2010-06-01

    Full Text Available As fraturas de primeira costela são incomuns e geralmente associadas a grandes traumas torácicos a ponto de servirem como associação com a gravidade do trauma. As fraturas isoladas bilaterais de primeira costela sem grandes traumas torácicos são raramente descritas na literatura. Os sintomas podem passar despercebidos e serem minimizados dificultando o diagnóstico desta condição. O presente relato mostra um trauma direto sobre a região supraclavicular com sintomas de contusão do plexo braquial numa queda de jet ski com uso de salva-vidas. É feita uma revisão da literatura mostrando as diversas faces do problema discutindo-se o tratamento desta condição.First rib fractures are uncommon and are generally related to major thoracic traumas, so much so that they indicate the severity of the trauma. Isolated bilateral first rib fractures without major thoracic trauma are rarely described in the literature. Symptoms may go unnoticed and could be minimal, making diagnosis of this condition difficult. The present report presents a direct trauma of the supraclavicular region with symptoms of contusion of the brachial plexus, caused by a fall from a jet ski using a life vest. A review was done of literature indicating the various facets of the problem and discussing treatment of this condition.

  19. O emprego de hastes intramedulares bloqueadas no tratamento das fraturas diafisárias do úmero Use of blocked intramedullary shaft for the treatment of humeral diaphyseal fractures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Baldy dos Reis

    2005-01-01

    Full Text Available Estudamos os resultados clínicos e radiográficos de 31 pacientes portadores de fraturas diafisárias do úmero que foram operados com hastes intramedulares. Destes quatro apresentaram fraturas no local da inserção da haste e foram tratados com outro método. Dos 27 pacientes restantes o índice de consolidação foi de 96,1 % e que durou em média de 63,4 dias. Cinco queixaram-se de dor no ombro e em apenas um apresentou limitação da abdução. Paralisia temporária do nervo radial foi constatada em dois pacientes e pseudartrose em um que após 5 meses da cirurgia foi submetido a nova intervenção cirúrgica com o emprego de placa e enxerto ósseo autólogo. Concluímos que embora o emprego de hastes intramedulares bloqueadas apresentou alto índice de a via de acesso retrógrada pode levar a fraturas no seu ponto de entrada e via anterógrada com violação do manguito rotador pode gerar dores no ombro.Clinical and radiographic outcomes of 31 patients with humeral diaphyseal fractures submitted to surgery with intramedullary shafts were studied. From these, four patients presented fractures at the shaft insertion site and were treated using a different method. From the 27 patients left, the healing rate was 96.1%, with an average duration of 63.4 days. Five of them complained of pain in the shoulder and only one presented abduction limitation. Temporary palsy of the radial nerve was found in two patients and pseudoarthrosis in one of them, who was submitted to a new surgical intervention with plate and autologous bone graft, after 5 months. It was concluded that, although blocked intramedullary shafts presents a high incidence of the retrograde access port leading to fractures in its insertion site and the anterograde port causing pain in the shoulder.

  20. Viagens, tremores e conchas: aspectos da natureza da América em escritos de José Bonifácio de Andrada e Silva, José Hipólito Unanúe e Dámaso Antonio Larrañaga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Margaret Lopes

    Full Text Available Este artigo apresenta aspectos da produção científica de três ilustrados que atuaram na América do Sul: José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838, José Hipólito Unanúe (1755-1833 e Dámaso Antonio Larrañaga (1771-1848. Os três naturalistas - de trajetórias, territórios e crenças diferenciadas - construíram suas versões sobre aspectos da natureza da América. Em comum, contribuíram com seus trabalhos científicos para a construção da geohistória americana. Foram escolhidos para análise por critérios de dispersão territorial e por suas diferentes abordagens sobre aspectos específicos das Ciências da Terra - temas que ainda hoje têm merecido menor atenção, mesmo entre os historiadores latino-americanos das ciências. Este artigo argumenta que estes personagens não só construíram seus próprios conhecimentos sobre temperamentos (climas e territórios, como também utilizaram seu conhecimento científico no implemento de ações políticas para os seus respectivos países em conformação.

  1. Lifestyle changes after osteoporotic fractures in elderly women Mudanças dos hábitos de vida após fratura por osteoporose em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Medeiros Pinheiro

    2003-10-01

    ção idosa. MÉTODOS: para avaliar se mulheres com osteoporose modificam seus hábitos de vida após a fratura, selecionamos 518 mulheres idosas caucasianas de nosso Serviço Ambulatorial de Reumatologia (122 com fratura, que foram seguidas por um ano. O questionário de avaliação foi baseado no European Vertebral Osteoporosis Study (EVOS e contém tópicos relacionados com queda, massa óssea e fratura. Radiografias lateral da coluna torácica e lombar foram realizadas de acordo com protocolo padrão para verificar fratura vertebral. Densidade mineral óssea foi medida por meio de densitômetro Lunar DPX, Madison, WI. O comportamento das mulheres foi analisado antes e após a fratura. RESULTADOS: antes da fratura, 34% das mulheres tinham pior percepção da saúde, 40,2% caminhavam pelo menos meia hora por dia, 14,7% usavam bengalas, 56,6% queixavam-se de tonturas, 59,6% possuíam tapetes espalhados pela casa, 78,9% usavam transporte público, 21,1% utilizavam transporte privado (carro e 36,8% usavam solado de couro e não de borracha. Após a fratura, 66,4% das mulheres tinham pior percepção da saúde; 69,7% ficaram mais sedentárias, 27,9% usavam mais bengalas, 63,4% queixavam-se de mais tonturas, 38,3% tinham retirado os tapetes de casa, 68,1% trocaram o transporte público por privado e 55,7% modificaram o solado dos sapatos de couro para borracha. Fatores de risco relacionados com a massa óssea não foram modificados após a fratura. CONCLUSÕES: estes achados sugerem que mulheres idosas modificam somente os hábitos de vida relacionados com quedas, mas não aqueles relacionados com a massa óssea após a fratura por osteoporose. Pesquisas são necessárias a fim de avaliar quais estratégias de intervenção podem ocasionar melhores resultados na prevenção de fraturas por osteoporose.

  2. Fraturas vertebrais em grandes animais: estudo retrospectivo de 39 casos (1987-2002 Vertebral fractures in large animals: retrospective study of 39 cases (1987-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.S. Borges

    2003-04-01

    Full Text Available Realizou-se estudo retrospectivo (1987-2002 dos aspectos clínicos das fraturas vertebrais em eqüinos, bovinos, ovinos, caprinos e suínos atendidos no hospital veterinário da FMVZ-Unesp de Botucatu. Todos os casos tiveram confirmação radiográfica ou post-mortem. Segundo a espécie, a ordem de acometimento foi: bovina, eqüina, ovina, caprina e suína. As lesões ocorreram desde os 12 dias de idade até os 10 anos, com maior freqüência até os 12 meses. O segmento torácico foi o mais comprometido seguido dos segmentos lombar, cervical e sacral. As fraturas vertebrais devem fazer parte da lista de diagnósticos diferenciais de animais em decúbito, independente da espécie, sexo ou idade.It was performed a retrospective study (1987-2002 of clinical features of spinal fractures in the equine, bovine, ovine, caprine and swine referred to the Veterinary Hospital - FMVZ-Unesp in Botucatu, SP, Brazil. All the cases were confirmed by necropsy or radiographic evaluation. Bovines were the most affected species, followed by horses, sheep, goats and swines, and lesions occurred from 12 days to 10 years of age, being more frequent up to 12 months of age. Thoracic vertebrae were the most affected, followed by lumbar, cervical and sacral segments. Vertebral fractures should be included for differential diagnosis of recumbent animals, independently on species, sex or age.

  3. Fratura de fíbula e lesões de ligamento colateral e menisco lateral em muar: relato de caso Fibula fracture and injuries to the collateral ligament and lateral meniscus in mules: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.O. Silveira

    2013-02-01

    Full Text Available Relata-se a ocorrência de fratura de fíbula e lesões de ligamento colateral e menisco lateral em um muar, fêmea, de dois anos de idade, provavelmente produzida por um coice na região da articulação femorotibiopatelar do membro pélvico esquerdo. O animal apresentava claudicação de grau 5 desse membro e obteve melhora após bloqueio dos nervos fibular, tibial e safena e da articulação afetada. O exame radiográfico da região acometida revelou fratura do terço proximal da fíbula e, ao exame ultrassonográfico, observaram-se pontos anecoicos no ligamento colateral lateral e menisco.This is a report of the occurrence of fibula fracture and injuries of the collateral ligament and lateral meniscus in a two year old mule, probably due to a kick in the joint area of the femurtibiopatellar left pelvic limb. The animal presented degree 5 lameness which improved after a nerve block of the affected joint. Radiographic examination of the affected area revealed a fracture on the proximal third of the fibula, and the ultrasound examination showed anechoic points observed in the lateral collateral ligament and meniscus.

  4. Fratura precoce da porcelana em restaurações com infra-estrutura de zircônia: influência de gradientes térmicos no desenvolvimento e magnitude de tensões residuais e transitórias

    OpenAIRE

    Benetti,Paula

    2012-01-01

    Esse estudo avaliou o desenvolvimento de tensões dentro da porcelana de restaurações metalo-cerâmicas (MC) e de zircônia-porcelana (ZC) como resultado de diferentes taxas de resfriamento a partir de temperaturas acima da transição vítrea (Tg). Restaurações unitárias (coroas) foram fabricadas com 1 ou 2 mm de espessura de porcelana. Termopares foram posicionados nas superfícies de cimentação (T1) e oclusal (T4) e inseridos na interface (T2) e dentro da porcelana (T3). Para o resfriamento rápid...

  5. Correlação entre fratura por queda em idosos e uso prévio de medicamentos Correlation between fractures resulting from falls and previous drug use

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Hamra

    2007-01-01

    Full Text Available O uso de medicamentos por idosos é freqüente e tem crescido a cada dia em virtude do aumento da expectativa de vida no Brasil. Algumas destas drogas quando administradas, podem provocar efeitos colaterais como tontura e diminuição dos reflexos podendo ocasionar quedas e conseqüentes fraturas. Este trabalho verificou se o uso de medicamentos pode ser considerado como fator de risco para fratura por queda no idoso. Para isso fez-se um estudo no ano de 2004 com 205 pacientes a partir de 60 anos de idade internados com fratura por queda e comparou-se estatisticamente com grupo-controle de 205 pacientes do mesmo grupo etário sem fratura. Verificou-se que o uso de medicamentos pode ser considerado como fator de risco para fratura por queda. Os resultados também podem servir como orientação para equipe médica, pacientes e seus familiares, no sentido de se tentar evitar quedas, principalmente quando o uso de medicamentos é necessário.The use of medication by elderly individuals is frequently and is constantly growing due to the increase of life expectance rates in Brazil. When some of these drugs are administered, they can cause collateral effects like dizziness and decreased reflex, potentially causing the occurrence of falls resulting in fractures. This study examined whether the use of medications by the elderly could be regarded as a risk factor to fractures resulting from falls. The study, conducted in 2004, assessed 205 hospitalized patients > 60 years old, with fractures resulting from falls. These patients were statistically compared to a control group (205 patients in the same age group and without fractures. We’ve found that the use of medication can be regarded as a risk factor to fractures resulting from falls. Our results could be useful to raise the awareness of doctors, patients and their families so that to avoid accidents when any drug therapy is required.

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, g635106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, d435106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, d435106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, g635106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, e635106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, d335106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, d335106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, d535106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, f235106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, d335106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, e635106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, a136106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_sw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_sw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, d431506_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, e635106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, d335106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, e635106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, a136106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, a136106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, d435106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, a136106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_nw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, f235106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_nw_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, d435106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g335106_sw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_sw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_ne_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, d535106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_ne_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_sw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_sw_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_nw_nw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, e435106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_ne_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, f635106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_ne_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, a236106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, h135106_sw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, a336106_nw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, e335106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_nw_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, f335106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, g635106_ne_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, g435106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  1. 2011 Las Conchas Post Fire, e535106_ne_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  2. 2011 Las Conchas Post Fire, h535106_sw_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  3. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  4. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  5. 2011 Las Conchas Post Fire, h635106_se_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  6. 2011 Las Conchas Post Fire, h335106_se_ne, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  7. 2011 Las Conchas Post Fire, e635106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  8. 2011 Las Conchas Post Fire, f435106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  9. 2011 Las Conchas Post Fire, a436106_nw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  10. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_se_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  11. 2011 Las Conchas Post Fire, h235106_ne_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  12. 2011 Las Conchas Post Fire, f535106_se_sw, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  13. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_se_nw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  14. 2011 Las Conchas Post Fire, h435106_ne_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  15. 2011 Las Conchas Post Fire, f235106_nw_sw, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  16. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_sw_se, RGB

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  17. 2011 Las Conchas Post Fire, a536106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  18. 2011 Las Conchas Post Fire, g535106_nw_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  19. 2011 Las Conchas Post Fire, g635106_se_se, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...

  20. 2011 Las Conchas Post Fire, g235106_se_ne, CIR

    Data.gov (United States)

    Earth Data Analysis Center, University of New Mexico — Wilson and Company collected and processed multi-spectral (red, green, blue, near-infrared) digital aerial imagery of the Las Conchas Fire that burned in the Santa...