WorldWideScience

Sample records for foliar da videira

  1. Comportamento da área foliar da videira “Isabel” submetida a diferentes tipos e doses de biofertilizantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivânia dos Santos Nascimento

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se verificar o efeito da aplicação de diferentes tipos e doses de biofertilizante, na área foliar da videira ‘Isabel’ em cultivo orgânico nas condições edafoclimáticas de Catolé do Rocha-PB. Estudou-se os efeitos de 5 tipos de biofertilizante biofertilizante e 8 doses na área foliar da videira ‘Isabel’ após a primeira poda de produção. O experimento foi conduzido sob condições de campo, em área pertencente à Universidade Estadual da Paraíba, Campus IV. O delineamento adotado foi o de blocos casualizados, com 40 tratamentos, no esquema fatorial 5 x 8, com 4  repetições, totalizando 160 parcelas experimentais, os tratamentos consistiram em aplicações crescentes de diferentes biofertilizante, aplicados de forma independente. O valor da área foliar unitária da videira Isabel aumentou com o incremento da dose do biofertilizante B1 até um limite ótimo de 0,93 L/planta/aplicação; o valor da área foliar unitária diminuiu com o aumento da dose do biofertilizante B1 acima do limite ótimo de 0,93 L/planta/aplicação; a utilização de biofertilizante enriquecido com farinha de rocha e leguminosa (B3 proporcionou maior área foliar unitária e área foliar da planta da videira Isabel.

  2. Comportamento da área foliar da videira “Isabel” submetida a diferentes tipos e doses de biofertilizantes

    OpenAIRE

    Olivânia dos Santos Nascimento; Aldair Souza Medeiros; Atos Tavares Gomes; Fábio Itano dos Santos Alves; José Geraldo Rodrigues dos Santos

    2014-01-01

    Objetivou-se verificar o efeito da aplicação de diferentes tipos e doses de biofertilizante, na área foliar da videira ‘Isabel’ em cultivo orgânico nas condições edafoclimáticas de Catolé do Rocha-PB. Estudou-se os efeitos de 5 tipos de biofertilizante biofertilizante e 8 doses na área foliar da videira ‘Isabel’ após a primeira poda de produção. O experimento foi conduzido sob condições de campo, em área pertencente à Universidade Estadual da Paraíba, Campus IV. O delineamento adotado foi o d...

  3. Avaliação de produtos para a nutrição da videira via foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Fráguas

    2001-12-01

    Full Text Available A nutrição da videira é fator fundamental para uma produção com qualidade. Muitas vezes, por razões fisiológicas, principalmente nutricionais, ocorrem problemas de baixa brotação, refletindo na produtividade da videira. Com o objetivo de avaliar a eficiência de formulações de macro e micronutrientes via foliar, ativadas com poliexose, na produção de videira com deficiência na brotação, realizou-se um experimento por dois anos, em um vinhedo do cv. Merlot enxertado sobre o porta-enxerto R110, formado no sistema lira, localizado no município de Monte Belo do Sul (RS. Os tratamentos, em número de 11, foram compostos por três programas de nutrição foliar, cada um com três dosagens, um programa denominado tratamento básico (TB e um tratamento-testemunha (sem nutrição foliar chamado de tratamento do produtor (TP. O delineamento foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Foram avaliadas as variáveis: produtividade por gema, produtividade por gema brotada, percentagem de gemas brotadas, produção por planta e por área, qualidade das uvas (ºBrix, acidez total e pH, índices de doenças nos cachos, diagnóstico nutricional e relação custo-benefício dos programas. A análise estatística (contrastes ortogonais só registrou efeitos significativos entre as doses 2 e 3, dentro do programa 2, para percentagem de gemas brotadas (1994/95. Na safra de 1995/96, os efeitos significativos foram para adubação foliar contra a testemunha e para as doses 2 e 3, nos programas 1 e 2, para a produtividade por gema e percentagem de gemas brotadas. Houve efeito cumulativo dos programas nas variáveis analisadas. As relações custo-benefício do TB foram superiores às dos demais programas e, em relação à testemunha, alcançaram 1:12,8 e 1:16,0, nas safras de 1994/95 e 1995/96, respectivamente.

  4. Método não destrutivo para determinação da área foliar da videira, cultivar BRS-Violeta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Malagi

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar as combinações entre o comprimento das nervuras secundárias e principal de folhas na estimativa da área foliar da videira cultivar BRS-Violeta. Realizou-se a coleta aleatória de 200 folhas intactas e completamente desenvolvidas, em uma área de cultivo experimental. Determinaram-se a área foliar real (AFR e o comprimento das nervuras secundárias (esquerda - direita e principal. Obtiveram-se três regressões com seus coeficientes de determinação para a identificação da relação mais precisa, considerando o comprimento da nervura principal (CNP, o somatório do comprimento das nervuras secundárias (SCNS e o somatório entre o comprimento das nervuras secundárias e o comprimento da nervura principal (SCNSP, como variáveis independentes. A AFR foi considerada variável dependente nas três regressões. Observou-se que a relação entre AFR x SCNS proporcionou o maior coeficiente de determinação (0,87. A área foliar estimada pela equação obtida pela relação AFR x SCNS garantiu uma precisão de 87%, segundo a relação entre AFR x AFE (área foliar estimada. Portanto, conclui-se que a área foliar da videira cultivar BRS-Violeta pode ser estimada pela equação y = 0,2169 (SCNS² + 5,3642 (SCNS - 34,725, com precisão satisfatória.

  5. Estimativa de área foliar da videira 'Niagara Rosada' conduzida em sistema de latada, região norte fluminense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miquéias Permanhani

    2014-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de estabelecer um modelo matemático para estimar de forma precisa a área foliar da videira 'Niagara Rosada' na região de Cardoso Moreira-RJ, realizou-se este trabalho em vinhedo particular do sítio pioneiro, implantado no ano de 2002, em sistema de latada. Foram coletadas aleatoriamente, no ciclo de produção iniciado em 2011, 70 folhas de diversos tamanhos, completamente expandidas e sem danos aparentes para determinar a relação entre a área foliar (AF e a área do círculo (AC, considerando seu diâmetro igual à largura da folha. Por meio da análise de regressão, obteve-se a equação linear (AFes = 0,82*AC + 16,12 que, juntamente com mais outras duas, foram utilizadas para comparar a área foliar estimada com a área foliar medida em 30 folhas do ciclo de produção posterior (Março de 2012. Constatou-se que as equações apresentadas permitem estimar de forma precisa a área foliar da videira 'Niagara Rosada/IAC 572' conduzida em sistema de latada, na região de Cardoso Moreira-RJ, com apenas uma dimensão foliar: a largura da folha, sendo que o modelo de regressão obtido (AFes = 0,82*AC + 16,12 foi o que menos subestimou a área da folha comparada (coeficiente angular = 0,99, seguido pelo modelo indicado por Pedro Jr. et al. (1986.

  6. Melhoramento da videira Grape breeding in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ribeiro Almeida Santos Neto

    1955-01-01

    Full Text Available Os primeiros trabalhos sôbre o melhoramento da videira no Brasil datam de 1895 e se devem a Pereira Barreto e seus colaboradores. Entre 1930 e 1940, em Amparo, Paulino Recch, Nicolau Martorano e Pedro Araujo, dedicaram-se ao melhoramento da videira obtendo espécimes de real valor. A partir de 1943, no Instituto Agronômico, a Seção de Viticultura vem desenvolvendo um programa traçado para prover a nossa viticultura de abundante material melhorado para múltiplas finalidades. Cogita-se da obtenção de variedades novas para porta-enxertos, para mesa, vinho, suco não fermentado e passa. Essas variedades devem apresentar características de adaptação e acomodação ao nosso meio ambiente ; resistência às moléstias e pragas, e ao apodrecimento ocasionado pelas chuvas ; boas características específicas para mesa, vinho e suco não fermentado (1 a 18. Para execução do programa foi utilizado o material existente nas coleções do Instituto Agronômico, e importado novo material das Américas do Norte e Central. Dos capítulos mais importantes, um que está sendo atacado é o da produção de uvas de mesa isentas de sementes, ou apirenas. Igual importância tem o referente às diferentes combinações com as variedades tropicais, principalmente Vitis gigas e V. tilixfolia. Os resultados até agora obtidos são animadores : o Instituto Agronômico já dispõe de novos porta-enxertos em estudo, novas variedades de mesa com características de grande valor, numerosas variedades para produção de bons vinhos, bem como outras que, combinadas em diferentes proporções, produzem excelente suco não fermentado. Os trabalhos prosseguem e, não sendo interrompidos, poderão trazer reais vantagens à viticultura nacional.Grape breeding, was first started in Brazil by Pereira Barreto in 1895. From 1930 to 1940, Paulino Reech, Nicolau Martorano, and Pedro Araujo, frorn. Amparo, São Paulo, did some breeding work with grapes and obtained several new

  7. Ocorrência da ferrugem da videira em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelica Aparecida Xavier

    2012-03-01

    Full Text Available A ferrugem da videira causada por Phakopsora euvitis Ono constitui-se numa ameaça às regiões produtoras de uva em função do potencial destrutivo da planta. A doença foi detectada no Brasil, pela primeira vez, em 2001. Atualmente, ela ocorre no Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Roraima, Espírito Santo e Santa Catarina. Em abril de 2010, observaram-se na estação experimental da Unimontes, Janaúba, Minas Gerais, plantas da cv. Niágara rosada com sintomas típicos da doença. A análise dos sintomas e a caracterização dos urediniósporos sésseis, levemente equinulados, com formato oval, ou elipsoide formado em urédias subepidérmicas na origem, inrompentes e com paráfises circundantes dorsalmente, levaram à diagnose de Phakopsora euvitis como o agente causal da doença. Este é o primeiro relato da doença no Estado de Minas Gerais.

  8. Efeito do porta-enxerto no teor de nutrientes em tecidos da videira "cabernet sauvignon"

    OpenAIRE

    Miele,Alberto; Rizzon,Luiz Antenor; Giovannini,Eduardo

    2009-01-01

    A nutrição mineral da videira constitui-se em importante fator para a qualidade dos vinhos. Devido a isso, avaliou-se o efeito de porta-enxertos no teor de nutrientes em diferentes tecidos da videira 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera L.) na Serra Gaúcha. o experimento foi conduzido durante o ciclo vegetativo de 2004/2005, com os porta-enxertos Rupestris du lot, 101-14, 3309, 420A, Kober 5BB, 161-49, So4 e Paulsen 1103, enxertados em 1993 com a cv. 'Cabernet Sauvignon'. o delineamento exper...

  9. Chocolate das bagas e clorose foliar: anomalia da videira causada por deficiência de boro Internal browning ("chocolate" and leaf chlorosis of the 'pink Niagara' grafe, a boron deficiency anomaly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Kuniyuki

    1985-01-01

    Full Text Available A anomalia do cultivar de videira Niagara Rosada, caracterizada por sintomas de clorose nas folhas, chocolate das bagas e cachos malformados, não é de natureza virótica, de acordo com resultados de testes de transmissão e de perpetuação. Essa anomalia, presente em áreas definidas de alguns vinhedos de Indaiatuba e Jundiaí (SP, está associada à deficiência nutricional de boro. O teor médio de boro em amostras de plantas afetadas de 'Niagara Rosada' (18 ppm no limbo e 7 ppm nos frutos foi menor do que nas de plantas normais (24 ppm no limbo e 10 ppm nos frutos das mesmas plantaçoes; um material coletado de um vinhedo bastante afetado mostrou 13 e 1 ppm respectivamente no limbo e nos frutos de plantas deficientes contra 20 e 6 ppm nos de plantas sem sintomas. Amostras de três vinhedos vizinhos sem essa anomalia apresentaram um teor médio de 35 ppm no limbo. As do porta-enxerto 'Traviú' com clorose e sem clorose mostraram 16 ppm e 43 ppm de boro respectivamente. A aplicação de bórax, nas doses de 5, 10 e 20g por planta, 1ogo após a poda de inverno, ou pulverização de ácido bórico nas concentraçoes de 0,3% e 0,6% sobre a folhagem, durante o início do florescimento e durante a fase de uva chumbinho, permitiram controlar a anomalia nas condições de campo. Foi notada resposta favorável por um ciclo vegetativo, pelo menos, indicando controle por efeito residual de uma aplicação.The 'pink Niagara' grape (V. labrusca L. x V. vinifera L. anomaly characterized by leaf chlorosis and "chocolate" (internal browning of the young fruit, at first thought to be a virus disease, has been found to be a result of boron deficiency. The anomaly was first recorded in 1974. It occurs in patches in vineyards of Indaiatuba and Jundiaí, two grape-growing counties of the State of São Paulo, Brazil. Affected plants show yellowing between the primary and secondary veins of the upper leaves and malformed clusters, with normal-sized berries and

  10. Absorção e redistribuição do nitrogênio aplicado via foliar em videiras jovens Uptake and redistribution of nitrogen in foliar application in young grapevines

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2005-04-01

    Full Text Available A aplicação de nitrogênio via foliar antes da senescência das folhas da videira pode ser uma estratégia para aumentar as reservas deste nutriente nas partes perenes, uma vez que as mesmas são disponibilizadas no início do crescimento vegetativo dos órgãos anuais. O objetivo deste trabalho foi de estimar a absorção e a redistribuição do N adicionado via foliar em videiras jovens. O experimento foi instalado em casa de vegetação na EMBRAPA-Uva e Vinho, no município de Bento Gonçalves (RS. Foram utilizadas as variedades Chardonnay e Riesling Itálico com porta-enxerto 101-14 Mgt. Foi cultivada uma planta por vaso contendo 10kg de solo Neossolo Litólico. A aplicação do N via foliar foi parcelada em três vezes, durante três dias sucessivos. Foram aplicados 84,84mg N planta-1 na forma de (15NH42SO4 . As plantas foram colhidas em sete épocas diferentes. Após a colheita, as plantas foram fracionadas em folhas, enxerto, porta-enxerto, raízes grossas (>2mm e raízes finas (The foliar application of nitrogen before the leaves senescence may be a strategy to increase the nutrient reserves in the perennial parts, being available in the beginning of the vegetative growth of the annual parts. The objective of this work was to estimate the uptake and redistribution of N applied by foliar way in young grapevines. The experiment was carried out in a greenhouse at EMBRAPA-Grape and Wine, Bento Gonçalves Southern Brazil. The cultivars used were Chardonnay and Riesling Italic grafted on rootstock 101-14 Mgt. It was cultivated one plant by vase with 10kg of soil Udorthent. The foliar application of N was parceled in three times during three successive days. It was applied 84,84mg N plant-1 using (15NH42SO4 . The plants were collected in seven times, during vegetative growth. The plants were fractionated in leaves, graft, carry-graft, thick roots (>2mm and fine roots (<2mm, oven-dried, weighted, and analyzed N-total and 15N contents. The

  11. Variações na anatomia foliar de videira Niagara em diferentes sistemas de condução

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Benetti Queiroz-Voltan

    2011-01-01

    Full Text Available Alterações na anatomia de folhas são causadas por diversos fatores ambientais, principalmente a disponibilidade de radiação, podendo causar mudanças na capacidade fotossintética e afetando a produção final. Este trabalho objetivou identificar alterações na estrutura anatômica de folhas de videiras 'Niagara Rosada' e 'Niagara Branca' em três diferentes sistemas de condução: espaldeira (ESP, manjedoura em 'Y' (Y e manjedoura em 'Y' coberto com plástico (YPLA. Os estudos anatômicos foram realizados em folhas, externas em relação ao dossel, retiradas em três diferentes alturas da planta (superior, mediana e inferior. Para a caracterização anatômica, as amostras foram fixadas em FAA, emblocadas em parafina, seccionadas em micrótomo e coradas com safranina e azul de alciã. As lâminas foram analisadas com o auxílio de um microscópio óptico acoplado a uma câmera de captura de imagens. As espessuras da epiderme das faces adaxial e abaxial, dos parênquimas paliçádico e esponjoso, da espessura total da folha e da razão entre parênquimas paliçádico e esponjoso foram estimadas em uma amostra ao acaso de dez segmentos de cada tratamento, totalizando 1800 observações. Realizaram as análises de variância pelo teste F, sendo as médias dos tratamentos comparadas pelo Tukey a 5% de probabilidade. Observaram-se nas cultivares Niagara Branca e Niagara Rosada conduzidas em ESP uma espessura média de limbo maior, porém foram menos produtivas, quando comparados com Y e YPLA; folhas expostas a maiores intensidades luminosas tiveram limbo mais espesso devido ao maior desenvolvimento do parênquima paliçádico, independentemente do sistema de condução.

  12. Foliar carbohydrates content and invertase activity in vines at São Francisco River Valley - Brazil Teores foliares de carboidratos e atividade de invertases em videiras no Vale do Rio São Francisco- Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara França Dantas

    2005-08-01

    Full Text Available The irrigated agriculture at the São Francisco River Valley, Northeast Brazil, shows an increasing production of grapes for winery. Among the wines produced there the one obtained from Vitis vinifera L., cultivar Syrah, stands out due to its adaptation to the climatic conditions of the region. However, little is known about carbohydrates metabolism of vines cultivated in this region. The objective of this work was to evaluate sugar and starch contents and the invertase activity in vines leaves during two consecutive growing seasons. The experiment was carried out at Embrapa Semi-Árido and at Santa Maria Winery, respectively located in Petrolina and Lagoa Grande, Pernambuco-Brazil. Leaves were collected weekly from January to December of 2003 and assessed for reducing sugars, total soluble sugars and starch contents, as well as for acid (AI and neutral invertases (NI. The results showed that reducing sugars, total soluble sugars and starch contents increased during fruit maturation and are influenced by temperature, radiation and insolation variations. The second growing season showed higher reducing sugars and total soluble sugars content and lower starch content in the leaves than the first one. AI activity was higher than NI activity and these also varied according to weather conditions. During berries ripening, leaves showed higher sugar content and invertase activity, suggesting a higher sugar metabolism and transport during this phase.O pólo de agricultura irrigada do Vale do Rio São Francisco apresenta um crescente aumento na produção de uvas para vinificação. Entre os vinhos finos produzidos na região, destaca-se aquele obtido da cultivar Syrah, que se adaptou bem às condições climáticas da região. Pouco se conhece, no entanto, sobre o metabolismo de carboidratos das videiras nessa região. O objetivo deste trabalho foi avaliar os teores de açúcares e de amido, bem como a atividade de invertases durante dois ciclos de

  13. Diaspidídeos e parasitoides associados ao cultivo da videira no Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina dos Santos Wolff

    2014-12-01

    Full Text Available As cochonilhas-com-escudo (Hemiptera, Diaspididae têm causado prejuízos significativos à cultura da videira no Rio Grande do Sul, principalmente em Vitis labrusca L. da cv. Niágara. No período de setembro de 2009 a outubro de 2011, foi realizado um inventário das espécies de Diaspididae ocorrentes no tronco das videiras e dos parasitoides associados. Foram avaliadas 32 propriedades localizadas nos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Flores da Cunha e Sarandi-RS. A espécie mais frequente e abundante foi Hemiberlesia lataniae (Signoret, 1869. Melanaspis arnaldoi (Costa Lima, 1924 e Pseudaonidia marquesi Costa Lima, 1924 foram registradas pela primeira vez em V. labrusca. Todas as espécies de cochonilhas apresentaram perfurações nos escudos indicando níveis de parasitismo natural que variaram de 11,3 a 76,5% para H. lataniae, de 9 a 58,8% para M. arnaldoi e de 3,4 a 22,2% para P. marquesi. As seguintes associações entre parasitoides e cochonilhas foram encontradas: Encarsia sp. (Aphelinidae, Plagiomerus sp. (Encyrtidae, Amitus sp. (Platygastridae e o hiperparasitoide Chartocerus sp. (Signiphoridae a H. lataniae; Homalopoda sp. (Encyrtidae a P. marquesi e Chartocerus sp. a M. arnaldoi. Amitus sp., Homalopoda sp. e Chartocerus sp. foram associados pela primeira vez com estes diaspidídeos.

  14. Aplicação foliar de nitrogênio em videira: avaliação do teor na folha e das reservas nitrogenadas e de carboidratos nas gemas dos ramos do ano Nitrogen foliar spraying in grapevine: content in leaves and reserve of nitrogen and carboihydrates in shoots buds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2008-12-01

    Full Text Available No Rio Grande do Sul (RS, as aplicações foliares de nitrogênio, quando necessárias, têm sido usadas para complementar a adubação via solo. Entretanto, carece-se de informações dos efeitos da freqüência e da quantidade de N aplicado sobre a sua dinâmica na folha e de reservas nitrogenadas e de carboidratos nas partes perenes da videira, que compõem o objetivo deste trabalho. O trabalho foi conduzido em um vinhedo da cultivar Chenin Blanc, safra 2004/05, na Embrapa Uva e Vinho, em Bento Gonçalves (RS, sobre um Neossolo Litólico. Os tratamentos consistiram de uma, duas e três aplicações foliares de 0 (água; 1,11; 2,23; 3,31 e 4,41g de N planta-1. Após cada aplicação de nitrogênio, foram coletadas folhas inteiras (limbo+pecíolo no terço médio dos ramos do ano, no interior e exterior dos diferentes lados da planta, secas, moídas e preparadas para a análise de N total. Na última época de coleta de folhas, foram coletados três ramos do ano em cada planta, retiradas seis gemas em cada ramo, as quais foram submetidas à análise de amido, carboidratos solúveis totais, carboidratos redutores, aminoácidos totais e proteínas totais. As aplicações foliares de N aumentaram o teor do nutriente na folha inteira, de forma destacada, nas épocas de coletas próximas às aplicações; entretanto, essas aplicações diminuíram os teores de amido e carboidratos solúveis totais nas gemas dos ramos do ano e não afetaram os teores de carboidratos redutores e os totais de aminoácidos e proteínas.Leaf nitrogen application is used in grapevines in Southern Brazil as complement to soil fertilization. On the other hand, there is no information about its affects on nitrogen content in the leaves and nitrogen and carbohydrates reserves in the perennial parts. The experiment was carried out in 2004/2005, with the objective to evaluate the effect of nitrogen foliar spraying on leaves and nitrogen and carbohydrates reserves in shoots buds

  15. Comportamento vegetativo e produtivo da videira e composição da uva em São Joaquim, Santa Catarina

    OpenAIRE

    Borghezan,Marcelo; Gavioli,Olavo; Pit,Fábio Antônio; Silva,Aparecido Lima da

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento vegetativo e produtivo das variedades de videira Cabernet Sauvignon, Merlot e Sauvignon Blanc, e a composição da uva em São Joaquim, Santa Catarina. Foram avaliadas plantas de um vinhedo comercial, cultivado em espaldeira, a 1.293 m de altitude, durante os ciclos fenológicos 2005/2006 e 2006/2007. As variáveis meteorológicas, a fenologia, o desenvolvimento do dossel e a composição da uva na colheita foram comparados entre os ciclos. As tem...

  16. Efeito da época de poda e da desfolha na interceptação de radiação solar na videira Bordô

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Radünz

    2013-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo determinar a influência da desfolha e da época da poda seca sobre o albedo e sobre a radiação solar disponível ao nível dos cachos e determinar o efeito da radiação solar sobre o acúmulo de sólidos solúveis da videira. Foram realizadas duas épocas de poda seca e a desfolha em parte do vinhedo da cultivar Bordô conduzida no sistema pérgula. A radiação solar foi medida utilizando-se tubos solarímetros instalados em cada tratamento, sendo o teor de sólidos solúveis determinado no momento da colheita, com um refratômetro de campo. A realização da poda seca exerceu influência sobre o albedo, sendo que o maior albedo da videira Bordô é observado quando a poda seca ocorreu na época normal (meados de setembro e sem desfolha. Para o período compreendido entre a poda e a desfolha, o albedo variou entre 0,28 e 0,30. Os resultados demonstram que o adiamento da poda seca representa redução na quantidade de radiação solar disponível ao nível dos cachos, ao mesmo tempo em que a realização da desfolha propicia aumento na radiação que incide ao nível dos cachos. O acúmulo de sólidos solúveis está relacionado com a radiação solar disponível ao nível dos cachos.

  17. Manejo do dossel vegetativo e seu efeito nos componentes de produção da videira Merlot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Miele

    2012-12-01

    Full Text Available A poda verde é uma prática cultural utilizada para melhorar as condições do dossel vegetativo dos vinhedos, visando a favorecer a qualidade da uva e do vinho. Nesse sentido, realizou-se este experimento entre as safras de 1993/1994 e 1996/1997, com diferentes modalidades de poda verde, num vinhedo do cv. Merlot conduzido em latada. Houve 12 tratamentos e três repetições, sendo o delineamento experimental em blocos casualizados. Os tratamentos constituíram-se da testemunha e de 11 diferentes modalidades de poda verde, ou seja, desbrota, desponta e desfolha, algumas delas em diferentes épocas do ciclo vegetativo da videira. O componente principal 1, da análise de componentes principais (ACP feita em cada ano, separadamente, mostra que o tratamento 10 (desbrota + desponta + desfolha realizada no início da floração, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos discriminou-se nos quatro anos, e os tratamentos 7 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se metade das folhas abaixo dos cachos e 6 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos, em três deles; a ACP da média dos quatro anos também evidencia essa discriminação entre eles. Constata-se que o tratamento 10 foi um dos que tiveram intensidade de poda verde mais intensa, caracterizando-se por variáveis indicativas de plantas com vigor e produtividade mais baixos que os demais.

  18. Estimativa da área foliar da berinjela em função das dimensões foliares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Dill Hinnah

    2014-09-01

    Full Text Available Este trabalho explora diferentes modelos não destrutivos de estimativa da área foliar de Solanum melongela L. através de medidas do comprimento (C e largura (L do limbo foliar. Para tanto, um cultivo de berinjela em estufa plástica foi conduzido no período de março a junho de 2007. Amostraram-se folhas de plantas em momentos aleatórios totalizando 186 folhas, sendo 98 utilizadas na estimativa dos parâmetros dos modelos e 88 para sua validação. As amostragens abrangeram amplo espectro de dimensões foliares, visando minimizar a raiz do quadrado médio do erro (RQME. Elas foram realizadas aos 71, 79, 81, 85, 92 e 99 dias após o transplante. Posteriormente obteve-se o maior número possível de discos foliares com o auxílio de um calador de 25 mm de diâmetro. Correlações foram realizadas entre a área foliar obtida pelo método dos discos com as dimensões lineares de L e C, o produto entre elas (CL e o quadrado do comprimento multiplicado pela largura (C²L. Análises de regressão para 20 modelos foram obtidas, entre quadráticos, exponenciais, lineares, logarítmicos e de potência, dos quais 12 apresentaram coeficiente de determinação (R² elevado. O modelo quadrático (Y = -5,78+0,4981CL-3,263.10-4CL² e o da potência (Y = 0,4395CL1,0055 apresentaram melhores estimativas, com R² de 0,964 para ambos e RQME de 33,2 e 34,4, respectivamente. Com a medida apenas de uma dimensão foliar, o modelo quadrático (Y = -63,5+10,492L+0,2822L²; R² = 0,937; RQME = 44,1 apresenta-se como alternativa, pouco afetando a precisão da estimativa.

  19. Viabilidade de produção da videira 'Syrah', em ciclo de outono inverno, na região sul de Minas Gerais Viability production of the grapevine 'Syrah', during the autumn-winter cycle, in the south of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Favero

    2008-09-01

    Full Text Available O desempenho agronômico da videira 'Syrah' cultivada em ciclo outono-inverno foi avaliado nos anos de 2005 e 2006, em vinhedo não-irrigado, localizado em Três Corações- MG. Avaliou-se a duração do ciclo entre a poda e a colheita, porcentagem de brotação e fertilidade das gemas, produção, incidência de podridões, superfície foliar primária, potencial hídrico foliar de base, taxa fotossintética líquida, temperatura próxima aos cachos, sólidos solúveis totais, acidez total e pH, durante o período da maturação. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que, para as condições climáticas da região cafeeira do sul de Minas Gerais, é possível a alteração do ciclo da videira 'Syrah' em vinhedo não-irrigado, mantendo-se índices de produtividade entre 6,16 e 7,70t.ha-1.Some agronomic parameters of grapevine 'Syrah' during the autumn-winter cycle were evaluated in 2005 and 2006 crops in a non irrigated vineyard located in Três Corações- MG. The complete cycle, sprouting percentage and fertility of buds, production, rottenness incidence, leaf surface, predawn leaf water potential, carbon assimilation rate, temperature near the bunch, total soluble solids, titratable acidity and pH were evaluated from veraison to harvest. It was concluded that, for the climatic conditions of the coffee region of south Minas Gerais, the modification of grapevine cycle, in a non irrigated vineyard is possible, remaining indices of productivity between 6,16 e 7,70t.ha-1.

  20. Estimativa da área foliar de nabo forrageiro em função de dimensões foliares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Cargnelutti Filho

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo para estimar a área foliar de nabo forrageiro (Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg determinada por fotos digitais, em função do comprimento, ou da largura e/ou do produto comprimento vezes largura da folha. Aos 76 dias após a semeadura, foram coletadas 557 folhas da haste principal de 92 plantas, sendo mensurados o comprimento (C e a largura (L de cada folha, e calculado o produto comprimento × largura (C×L. Após, determinou-se a área foliar (Y, por meio do método de fotos digitais. Do total de folhas, separaram-se, aleatoriamente, 450 folhas para a construção de modelos do tipo quadrático, potência e linear de Y em função de C, da L, e/ou de C×L. 107 folhas foram usadas para a validação dos modelos. O modelo do tipo potência da área foliar obtida por meio do método de fotos digitais (Ŷ=0,6843x0,9221, R²=0,9862 em função do produto comprimento × largura é adequado para estimar a área foliar de nabo forrageiro.

  1. ESTUDO DOS PADRÕES FUNDAMENTAIS DE MOVIMENTO DE PRÉ- ESCOLARES QUE PARTICIPAM DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL DO SESI DA CIDADE DE VIDEIRA SC

    OpenAIRE

    SURDI, Aguinaldo César

    2013-01-01

    O objetivo deste estudo foi traçar o perfil de maturidade dos padrões fundamentais de movimento de pré-escolares de 6 anos, que participam do programa de desenvolvimento infantil no SESI da cidade de Videira SC. Os sujeitos foram 50 crianças, sendo 28 meninas e 22 meninos. Os movimentos fundamentais analisados foram: andar sobre a trave, correr, saltar na horizontal, arremessar, chutar e quicar. A coleta dos dados foi feita através de gravação em VT. Utilizou-se para a análise dos dados, a ma...

  2. Dinâmica da dormência de gemas de videira e quivizeiro em região de baixa ocorrência de frio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Biasi

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi determinar a dinâmica da dormência de gemas de videira cv. Niagara Branca e de quivizeiro cv. Bruno, em região de baixa ocorrência de frio. Os experimentos foram realizados nos anos de 2007 e 2008, com coletas de ramos a cada duas semanas, em pomares localizados em Pinhais-PR. Na última coleta, um grupo adicional de ramos foi coletado e mantido em refrigerador a temperatura de 4 a 7º C, por 1.440 horas. A avaliação da dormência foi realizada por meio do teste biológico de estacas de nós isolados em sala de crescimento, à temperatura de 25º C e fotoperíodo de 16 horas. Foi realizada a quantificação de horas de frio (HF e de unidades de frio (UF ocorridas na região. As duas espécies foram avaliadas como experimentos distintos. O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado, com doze tratamentos em 2007 e onze tratamentos em 2008, ambos com quatro repetições e dez estacas por unidade experimental. A endodormência de gemas de quivizeiro 'Bruno' instala-se a partir de abril e atinge maior intensidade do final de maio à segunda metade de junho. A saída da endodormência pode ocorrer naturalmente até o fim de agosto, mas com variações entre os anos. A endodormência de gemas de videira 'Niagara Branca' instala-se em abril e mantém-se intensa até maio. A saída natural da endodormência ocorre da metade de agosto ao início de setembro.

  3. Avaliação qualitativa da água de um trecho do Rio do Peixe, no município de Videira-SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Perazzoli

    2017-08-01

    Full Text Available Os recursos hídricos são utilizados para distintas finalidades, entre as quais se destacam o abastecimento humano e animal, a geração de energia, a irrigação, a navegação, a aquicultura e a harmonia paisagística. No município de Videira, a principal fonte de recursos hídricos é o Rio do Peixe. Ele destaca-se como manancial para o abastecimento público, para as indústrias e para a agricultura da região. A falta de saneamento básico, uso inadequado de defensivos agrícolas, assoreamento, lançamento de efluentes industriais e animais, desmatamento e enxurradas são fatores que contribuem para a diminuição da qualidade da água do Rio do Peixe, dificultando o seu tratamento com o passar dos anos. Esse trabalho teve como objetivo determinar o Índice de Qualidade da Água – IQA (coliformes fecais, Demanda Bioquímica de Oxigênio - DBO5,20, fósforo total, nitrogênio total, oxigênio dissolvido, pH, sólidos totais, temperatura e turbidez do Rio do Peixe em seis pontos distintos localizados na zona urbana e rural do município de Videira – SC. As coletas das amostras de água foram realizadas entre julho e outubro de 2015. O trecho do rio monitorado correspondeu a aproximadamente 17,5 km. O valor médio do IQA para o trecho de rio estudado ficou em 55, que representa uma qualidade da água média. Os pontos 4, 5 e 6 ficaram com IQA médio abaixo da média obtida para o trecho, enquanto os pontos 1, 2, 3 ficaram com valores acima. Pela análise dos resultados obtidos é possível evidenciar que a qualidade da água do Rio do Peixe no município de Videira vem apresentando uma melhora.

  4. Determinação de índices biometeorológicos da videira 'Niagara Rosada' (Vitis labrusca L. poda, em diferentes épocas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Vale Scarpare

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar os índices: biometeorológico de Primault (IB, heliotérmico de Huglin (IH, heliotérmico de Geslin (IHG e as unidades fototérmicas (UF da cultivar Niagara Rosada, podada em diferentes épocas, no inverno e no verão. O experimento foi realizado em Piracicaba-SP, durante três anos agrícolas, avaliando-se 24 ciclos de produção:12 com poda de inverno e 12 com poda de verão. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, sendo os tratamentos correspondentes a oito datas de poda: 20/julho, 04/agosto, 19/agosto e 03/setembro (inverno e 01/fevereiro, 15/fevereiro, 02/março e 16/março (verão. A duração em dias e os valores dos índices IB, IH, IHG e UF foram analisados pelo teste de Tukey ao longo das datas de poda e pelo teste F para constrastes ortogonais para as épocas de poda, ambos a 5% de probabilidade. Os resultados mostraram que a inclusão do elemento meteorológico insolação ou do fator fotoperíodo à base do conceito térmico não mostrou ser eficaz na determinação de um valor médio único na previsão do ciclo de produção, para videiras podadas em diferentes épocas; nenhum dos índices biometeorológicos estudados é eficiente para a previsão da data de colheita em videiras podadas em diferentes épocas; independentemente da época em que o ciclo se inicia, a média de 120 dias pode ser usada como estimativa da data de colheita das videiras em região de clima Cwa.

  5. Efeito da cobertura vegetal sobre a pérola-da-terra (Hemiptera: Margarodidae na cultura da videira = Effect of cover crops on brazilian ground pearl (Hemiptera: Margarodidae in vineyards

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Botton

    2010-10-01

    Full Text Available O uso da cobertura vegetal em vinhedos é uma prática empregada paraminimizar a erosão e melhorar as qualidades químicas e físicas do solo. Neste trabalho, foi avaliado o efeito de coberturas vegetais sobre a população da pérola-da-terra Eurhizococcus brasiliensis (Hemiptera: Margarodidae na cultura da videira. No primeiro experimento, o vinhedo foi mantido sem cobertura vegetal por meio da aplicação trimestral do herbicida glifosato comparado com o uso de vegetação espontânea, durante o ano, de vegetação espontânea, no verão, e de aveia preta no inverno. No segundo experimento foi avaliado o efeito da mucuna-preta (Stizolobium aterrimum cultivada no vinhedo durante o verão comparado com a vegetação espontânea. No primeiro experimento, a população da pérolada-terra nas raízes de plantas de videira foi maior em áreas mantidas sem cobertura vegetal emostrou-se semelhante em áreas onde se manteve a vegetação espontânea, ao longo do ano, e com aveia preta no inverno e vegetação espontânea no verão. A infestação das plantas de videira em áreas onde foi empregada a mucuna-preta durante o verão foi equivalente à da vegetação espontânea. S. aterrimum foi registrada pela primeira vez como hospedeira de E. brasiliensis. The use of cover crops is an important strategy to reduce erosion and improve chemical and physical soil properties. In this work, we evaluate the effect of cover crops to reduce Brazilian ground pearl Eurhizococcus brasiliensis (Hemiptera: Margarodidae infestation in vineyards. In the first experiment, glyphosate was sprayed each three months to avoid cover crops. This treatment was compared with naturally occurring vegetation during the year and the use of Avena sativa in the winter. In a second experiment, Stizolobium aterrimum was cultivated during the summer compared with naturally occurringvegetation. Brazilian ground pearl population was higher in glyphosate sprayed areas than where cover

  6. Extrato de alho no controle in vitro e in vivo da antracnose da videira Garlic extract in the in vitro and in vivo control of anthracnose of grapevine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.D. Leite

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência in vitro e in vivo do extrato bruto de alho no controle da antracnose da videira (Elsinoe ampelina. No primeiro experimento in vitro, adicionaram-se doses de 0, 5, 10, 15, 20, 25 ou 30 mL L-1 de extrato bruto de alho em meio batata-dextrose-ágar (BDA antes da esterilização em autoclave e em meio fundente. Após 3, 5, 7 e 9 dias de incubação a 24 ± 2ºC e fotoperíodo de 16 horas, mensurou-se o crescimento micelial de E. ampelina. No segundo experimento in vitro, repetiu-se a metodologia de adição de extrato em meio fundente acrescentando 2,5 mL L-1 de óleo vegetal e uma testemunha absoluta somente com BDA. Avaliação da germinação de E. ampelina foi realizada após duas horas e após quatro horas de incubação a 24ºC e luz constante. O delineamento experimental utilizado para os experimentos in vitro foi inteiramente casualizado, com quatro repetições e parcela experimental constituída por uma placa de Petri. No experimento a campo, logo após a poda da videira cv. Isabel pulverizou-se semanalmente, sobre as folhas da planta, as doses de extrato bruto de alho acrescida do óleo, exceto na testemunha absoluta (sem tratamento. A partir dos primeiros sintomas da antracnose da videira, avaliou-se a severidade que foi expressa em área abaixo da curva do progresso da doença (AACPD. O delineamento foi em blocos ao acaso com cinco repetições. Constatou-se que o extrato bruto de alho reduziu o crescimento micelial do patógeno, principalmente ao adicioná-lo em meio de cultura, antes da esterilização, quando expressou o máximo potencial antifúngico. Ao adicionar o óleo vegetal às doses de extrato, constatou-se inibição total nas doses de 25 ou 30 mL L-1. Este efeito aditivo entre esses compostos também foi constato no teste de germinação de E. ampelina. Em condições de campo, o extrato bruto de alho reduziu a AACPD em 83,59% na dose de 25 mL L-1.The aim of this study

  7. QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA DA UVA E PERFIL SENSORIAL VÍNICO PARA DIFERENTES CULTIVARES DE VIDEIRA SUBMETIDAS À PODA MECANIZADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANTONIO ODAIR SANTOS

    2015-06-01

    Full Text Available Estudos ao longo do Globo têm mostrado que a mecanização da poda, dentre outros processos de manejo da videira, é adequada para a obtenção de vinhedos com “stands” bem formados e com qualidade de produção equivalente ou superior àqueles conduzidos sob manejo manual, sobretudo com economia de capital humano e financeiro. Informações sobre o padrão de poda que influencia diretamente a ecofisiologia do dossel, a composição do rendimento e a qualidade de derivados da uva são existentes para condições de manejo tradicional manual, mas incipientes para a uma condição mecanizada, no Brasil. Um experimento foi realizado com Vitis sp. e Vitis vinifera, visando a estudar os impactos da adoção inicial da poda mecanizada, sobre a composição do rendimento, qualidade da uva e perfil sensorial dos vinhos produzidos no experimento. Os resultados mostraram que a aplicação da poda mecanizada em vinhedos tradicionais causou pequenas flutuações na qualidade da uva, em duas safras analisadas.

  8. ASPECTOS ANATÔMICOS DO ENRAIZAMENTO DA VIDEIRA MUSCADÍNIA (Vitis rotundifolia Michx. ATRAVÉS DE ALPORQUIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C. PACHECO

    1998-05-01

    Full Text Available A multiplicação das videiras é comumente realizada através de processos vegetativos como a estaquia e a enxertia, os quais nem sempre apresentam resultados satisfatórios, especialmente para as espécies de difícil enraizamento, comprometendo a produção comercial. A uva muscadínia (Vitis rotundifolia Michx. é considerada uma planta difícil de enraizar. Sua propagação através da estaquia mostra que o emprego de reguladores vegetais proporciona pouco ou nenhum benefício ao enraizamento das estacas. Atualmente, a alporquia em frutíferas vem se apresentando como um método de propagação que proporciona um bom enraizamento, aliado à aplicação de reguladores vegetais. Este trabalho procurou avaliar a eficiência do processo de alporquia com relação ao enraizamento da uva muscadínia bem como estudar a anatomia dos calos e das raízes adventícias. Pode-se concluir que a prática do anelamento mostra-se mais efetiva em proporcionar o enraizamento do que a retirada de lascas. A adição de ácido naftalenacético não afetou significativamente o enraizamento. As raízes adventícias apareceram nas proximidades da região cambial, nas regiões nodais e internodais dos ramos. Não ocorreu a formação de raízes diretamente do calo. O tecido do calo caracterizou-se por ser meristematicamente ativo e não apresentar amido.The propagation of grapes is ordinarily carried out by vegetative methods like cuttings and graftings, which not always present satisfactory results, especially for those species with low rooting ability, endangering the commercial production. The muscadine grape (Vitis rotundifolia Michx. is considered recalcitrant for rooting. Its propagation by cuttings shows that growth regulators have few or no benefits on rooting. Nowadays, air-layering is reported as a propagation method that promotes good rooting when combined with the application of growth regulators. This work aimed to evaluate the efficiency of air

  9. Produção e qualidade da videira cv. Niágara Rosada em diferentes épocas de poda no sudoeste goiano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Neis

    2010-12-01

    Full Text Available O experimento foi realizado no município de Aparecida do Rio Doce-GO, no sudoeste Goiano, durante os anos de 2007 e 2008, visando a caracterizar a produção da videira 'Niágara Rosada', em diferentes épocas de poda: (1 09-07-07; (2 28-09-07; (3 03-03-08 e (4 19-04-08. Variáveis associadas à produção por planta, avaliação de cachos e bagas, folhas remanescentes na colheita, posição de brotos na gema e quantidade de cachos/broto, pH, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT e relação SS/AT foram analisadas nas produções obtidas nas quatro épocas de poda. A maior massa de cachos foi encontrada nas podas de julho e de abril. As podas realizadas em março e abril permitiram maior número de cachos e maior produtividade. A poda de setembro apresentou maior comprimento, largura e massa de bagas. A qualidade dos frutos foi semelhante entre as safras, mostrando apenas diferenças significativas para pH, AT e para a relação SS/AT nas quatro épocas. A época de poda 3 apresentou o menor valor de folhas remanescentes em relação às demais (6,15 folhas, não sendo considerado como grande desfolha nem causando quedas de produtividade. Para a avaliação da posição do broto na gema, a maior média foi observada na época de poda 1, sendo que as gemas de maior frequência de emissão de ramos com frutos foram aquelas onde se aplicou a cianamida hidrogenada (3ª a 6ª gema, indispensável na estimulação das brotações em videiras. Então, conclui-se que a videira Niágara Rosada pode ser podada nas quatro épocas do ano estudadas no Sudoeste Goiano, já que as avaliações dos cachos e bagas mostraram-se satisfatórias em relação a outras regiões, e as precipitações não afetaram a qualidade final dos frutos em nenhum dos períodos.

  10. Efeito do porta-enxerto no teor de nutrientes em tecidos da videira "cabernet sauvignon" Effect of rootstock on nutrient content of 'cabernet sauvignon' grapevine tissues

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Miele

    2009-12-01

    Full Text Available A nutrição mineral da videira constitui-se em importante fator para a qualidade dos vinhos. Devido a isso, avaliou-se o efeito de porta-enxertos no teor de nutrientes em diferentes tecidos da videira 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera L. na Serra Gaúcha. o experimento foi conduzido durante o ciclo vegetativo de 2004/2005, com os porta-enxertos Rupestris du lot, 101-14, 3309, 420A, Kober 5BB, 161-49, So4 e Paulsen 1103, enxertados em 1993 com a cv. 'Cabernet Sauvignon'. o delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com oito tratamentos e três repetições, sendo quatro plantas/parcela. Coletaram-se folhas - separando-se os pecíolos dos limbos -, cachos - separando-se as bagas das ráquis - e ramos, os quais foram posteriormente secados em estufa e pesados. Analisaram-se os nutrientes n, P, K, Ca e Mg. os resultados mostram que houve efeito significativo do porta-enxerto nos teores de N, P, K, Ca e Mg no limbo, pecíolo, ráquis e baga da videira 'Cabernet Sauvignon' e que este efeito variou em função do nutriente e do tecido considerado. Entretanto, não houve efeito significativo do porta-enxerto no teor desses nutrientes no ramo da videira. Além disso, a ordem de grandeza do teor dos nutrientes variou em função do tecido avaliado. Assim, os teores de n e de Ca foram maiores no limbo; os de P e K, na ráquis; e o de Mg, no pecíolo.Grapevine mineral nutrition is an important factor influencing wine quality. For this, the effect of rootstocks on the nutrient content in different tissues of 'Cabernet Sauvignon' grapevines (Vitis vinifera L. grown in the Serra Gaúcha region was evaluated. The experiment was carried out during the 2004/2005 vegetative cycle with the rootstocks Rupestris du Lot, 101-14, 3309, 420A, Kober 5BB, 161-49, SO4, and Paulsen 1103. The experimental design was in randomized blocks, with eight treatments, three replicates, four plants/plot. leaves - petioles were separated from the limbs -, clusters - berries

  11. Ecofisiologia da videira (Vitis vinifera L.) sob cultivo protegido, variedades Sauvignon blanc, Cabernet sauvignon e Merlot

    OpenAIRE

    Fernandes, Gabriella Vanderlinde

    2014-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2014. O Estado de Santa Catarina tem se destacado no cenário nacional pelo potencial na produção de vinhos finos de qualidade, em função da altitude. No entanto, algumas regiões de Santa Catarina, como o município em estudo, Rancho Queimado, apresentam elevada pluviosidade no período de maturação e colheita, além de riscos d...

  12. Dinâmica populacional de Calepitrimerus vitis (Nalepa (Acari: eriophyidae em cultivares de videira na região da campanha do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ricardo Ebert Siqueira

    2013-06-01

    Full Text Available Na Região da Campanha do Rio Grande do Sul, o ácaro-da-ferrugem-da-videira, Calepitrimerus vitis (Nalepa (Acari: Eriophyidae, é encontrado com frequência em vinhedos de cultivares europeias, desde a safra de 2004/2005, causando bronzeamento nas folhas. A dinâmica populacional de C. vitis nas cultivares Chardonnay e Merlot foi avaliada em vinhedo comercial localizado no município de Dom Pedrito, na região da Campanha, durante os anos agrícolas de 2005/2006 e 2006/2007, por meio de amostragem realizada em folhas das posições basal, intermediária e apical de ramos de produção. O pico populacional de C. vitis ocorre entre o final de fevereiro e o início de março, sendo seguido de forte declínio populacional. A infestação variou de intensidade entre as cultivares de acordo com o ano, sendo a cultivar Chardonnay mais infestada no primeiro ano, e Merlot, no segundo. Folhas na posição basal, mediana e apical apresentam níveis similares de infestação. Uma correlação positiva foi encontrada entre o número de C. vitis na face abaxial das folhas e o percentual de folhas com infestação.

  13. Solar radiation affects grapevine susceptibility to Plasmopara Viticola Radiação solar e susceptibilidade da videira à Plasmopara Viticola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Dalla Marta

    2008-12-01

    Full Text Available Solar radiation plays an important role in the development of some fungal diseases due to its direct action on the microorganisms and also its indirect effect on the production of specific plant compounds. This experiment examined the effect of two light environments (100% and 35% of full strength on the polyphenolic content of grapevine leaves and quantified their relation to resistance to downy mildew (Plasmopara viticola. Leaf epidermal polyphenolic contents were non-destructively measured during the growing season 2006 using the Dualex chlorophyll fluorescence-based portable leaf-clip. The experimental design consisted of six parcels of 30 vines and measurements were performed on the 12 central vines. The leaves were inoculated with a sporangia suspension containing 50,000 sporangia of P. viticola per mL and the disease severity was assessed after the appearance of symptoms. Leaves maintained at 100% sun had high polyphenolic content and significantly lower disease severity compared to leaves under shading nets. These results indicate an inverse relationship between produced polyphenolics and downy mildew severity.A radiação solar exerce papel importante no desenvolvimento de algumas doenças fúngicas, devido à sua ação direta sobre os microorganismos e também devido ao seu efeito indireto sobre a produção de compostos específicos nas plantas. Este experimento examinou o efeito de dois ambientes de luz (100% e 35% da intensidade máxima sobre o conteúdo de polifenóis nas folhas da videira e quantificou sua relação com a resistência ao míldio (Plasmopara viticola. As concentrações de polifenóis na epiderme das folhas foram quantificadas de forma não destrutiva, durante a estação de crescimento de 2006, usando o equipamento portátil Dualex, baseado na fluorescência da clorofila. O delineamento experimental consistiu de seis parcelas de 30 videiras e as medidas foram feitas nas 12 plantas centrais. As folhas foram

  14. Quantificação da área e do teor de clorofilas em folhas de plantas jovens de videira 'Cabernet Sauvignon' mediante métodos não destrutivos Non-destructive quantification of area and chlorophyll content in the leaves of young 'Cabernet Sauvignon' grapevines

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2009-09-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido visando a desenvolver métodos não destrutivos para estimar a área foliar e o conteúdo de clorofilas em folhas de plantas jovens de videira 'Cabernet Sauvignon'. Para a estimativa da área foliar, foram tomadas medidas de comprimento da nervura principal e das duas maiores nervuras secundárias em folhas representando uma grande amplitude de áreas foliares, seguindo-se da leitura em um integrador de área foliar. Para a quantificação de clorofilas, folhas com tonalidades variando de verde-amareladas (folha clorótica a verde-escuras foram avaliadas individualmente com um medidor de clorofila (Minolta SPAD-502 e um colorímetro (Minolta CR-400, no espaço de cores L, C e hº, nas faces abaxial (inferior e adaxial (superior, seguido de quantificações destrutivas de clorofilas a, b e totais. A quantificação do comprimento da nervura principal proporcionou boa estimativa da área foliar, sendo que a soma do comprimento das duas nervuras secundárias, bem como do somatório destes comprimentos com o comprimento da nervura principal, resultou em aumento muito pequeno na capacidade de estimativa da área foliar. Os valores das leituras do medidor de clorofila e da relação hº/(LxC do colorímetro, avaliados em ambas as faces das folhas, aumentaram com o incremento nos teores de clorofilas. Os modelos ajustados entre os teores de clorofilas e as leituras do medidor de clorofila e da relação hº/(LxC do colorímetro apresentaram valores de R² similares. Todavia, a medição da relação hº/(LxC do colorímetro, feita na face adaxial da folha, mostrou melhor estimativa do teor de clorofila, expresso em unidade de área (µg.cm-2 de folha.This work was carried out to develop non destructive methods to estimate the area and chlorophylls content in the leaves of young grapevines 'Cabernet Sauvignon'. For leaf area estimation, the lengths of main and two secondary leaf veins were measured, in leaves ranging from

  15. Influência da nutrição mineral foliar sobre doenças da parte aérea da cultura do trigo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Gustavo Ferreira Morales

    2012-02-01

    Full Text Available A utilização de fungicida para o controle de doenças foliares na cultura do trigo é prática comum entre os triticultores. Contudo, devido ao impacto ambiental provocado pelo seu uso generalizado, buscam-se alternativas para controle dos fitopatógenos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da nutrição mineral foliar sobre as doenças foliares do trigo, bem como seu efeito sobre o desenvolvimento da planta. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições e quatro tratamentos: 1- testemunha; 2- adubação foliar aos 30 dias após a emergência (DAE e aos 75 DAE; 3- fungicida aos 30 e 75 DAE; e 4- adubação foliar aos 30 DAE e adubação foliar mais fungicida aos 75 DAE. Foram realizadas nove avaliações da incidência e da severidade do oídio, cujos dados foram utilizados para o cálculo das áreas abaixo das curvas de progresso da doença; três avaliações da severidade da ferrugem e da mancha da gluma; e duas avaliações da mancha amarela. Foram determinadas a massa de matéria fresca e seca da parte aérea e do sistema radicular e a produtividade da cultura. Foi observada redução da incidência e da severidade de oídio em função da adubação foliar, apenas na primeira avaliação de incidência e nas segunda e quinta avaliações de severidade da doença. O efeito complementar dos nutrientes com o fungicida para redução das doenças foi observado apenas para a mancha amarela, com redução de aproximadamente 11,16 % da severidade. Os maiores valores de produtividade foram observados para os tratamentos apenas com fungicida e, com fungicida mais nutrientes. A adubação foliar proporcionou aumento da massa fresca de raízes e massa seca de raízes. Apesar disso, não houve aumento da massa fresca da parte aérea em função da adubação foliar.

  16. Uso da técnica de confusão sexual no manejo populacional de Cryptoblabes gnidiella (Lepidoptera: Pyralidae em videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eudes de Morais Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da técnica de confusão sexual, com o feromônio sexual sintético composto (Z-11-hexadecenal (Z11-16: Ald a 1,8% e (Z-13-octadecenal (Z13-18: Ald a 1,8%, no controle da população de traça-dos-cachos, Cryptoblabes gnidiella (Lepidoptera: Pyralidae, em cultivares de videiras (Vitis vinifera destinadas à produção de vinhos. Os experimentos foram realizados em duas localidades na região do Vale do São Francisco, em áreas comerciais de produção de uva para processamento, com as cultivares Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Tempranillo e Chenin Blanc. Os tratamentos avaliados foram os seguintes: confusão sexual com uso de liberadores Splat ("specialized pheromone and lure application technology", aplicados com pistola manual a 500 pontos por hectare (2 g por ponto; e testemunha sem aplicação. O efeito da técnica sobre os adultos de C. gnidiella foi avaliado com uso de armadilha tipo Delta, iscada em um septo com 2 g de feromônio sintético da mesma formulação. Os danos nos cachos foram avaliados à colheita. O uso da técnica de confusão sexual reduziu a captura de adultos de C. gnidiella em mais de 59% na 'Tempranillo', 68% na 'Chenin Blanc', 80% na 'Cabernet Sauvignon' e 97% na 'Petit Verdot'. À época da colheita, os danos nos frutos foram reduzidos de 65 a 100% nas áreas tratadas. O feromônio sexual sintético é eficaz para reduzir o acasalamento de C. gnidiella em vinhedos, com o uso da técnica de confusão sexual.

  17. Estudo dos efeitos de diferentes tipos e doses de biofertilizantes na produção e na qualidade da produção da videira “Isabel”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Atos Tavares Gomes

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a produção e as características químicas dos frutos da videira ‘Isabel’ sob aplicação de biofertilizantes líquidos. O experimento foi realizado, em condições de campo, no Centro de Ciências Humanas e Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba, localizado no município de Catolé do Rocha/PB. Estudou­-se 5 tipos de biofertilizante  e 8 doses (0; 0,35; 0,7; 1,05; 1,4; 1,75; 2,1e 2,45 L/aplicação na produção e qualidade da produção da videira “Isabel”. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados com 40 tratamentos no esquema fatorial 5 x 8 com quatro repetições totalizando 160 plantas experimentais. O número de cachos por plantas aumentou com o incremento das doses de biofertilizantes B1, B2 e B5  até os limites ótimos de 1,28. 1,20 e 1,50 L/aplicação, havendo redução a partir desses valores; O número de cachos por planta diminuiu com o aumento das doses de biofertilizantes B1, B2 e B5 acima dos limites ótimos de biofertilizantes; número de cachos por plantas aumentou de forma linear com o incremento das doses de biofertilizantes B3 e B4, otimizando ao máximo com a dose de 2,45 L/aplicação; Os tipos e as doses de biofertilizantes não afetaram de forma significativa os sólidos solúveis totais (ºBrix, a acidez total titulável e a relação ºBrix/acidez total do fruto da videira Isabel. 

  18. Climatic conditions for grapevine cultivation in Boa Vista, Roraima, Brazil = Aptidão climática para o cultivo da videira em Boa Vista, Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antônio Fonseca Conceição

    2014-12-01

    Full Text Available Grapevine plants have been grown in different tropical regions of Brazil. In the state of Roraima, this culture was introduced commercially in 2005 in Boa Vista. Unlike temperate regions, tropical regions present thermal conditions for grape production throughout the year. To evaluate the climatic characteristics on different periods of the year, it can be used different indices. The objective of this study was to characterize climate suitability of Boa Vista, Roraima, Brazil, for grapevine cultivation at different months of the year. For climate classification it was used the Geoviticulture Multicriteria Climatic Classification System (CCM, which is composed by three indices: Heliothermal (IH, Cool Night (IF, and Drought (IS. It was also used the Zuluaga Index (IZ, to assess the risk of incidence of fungal diseases on the vine, especially in relation to the incidence of downy mildew (Plasmopara viticola, one of the main grapevine diseases in humid regions. Based on the evaluated indices, it was found that the most favorable period for grape production goes from October to March because of the lower values of rainfall. During the other months, it can be employed branch pruning without fruit production, as occurs in other tropical locations of Brazil. =A videira tem sido cultivada em diferentes regiões tropicais do Brasil. No estado de Roraima, ela foi implantada comercialmente em 2005 em Boa Vista. Ao contrário das regiões de clima temperado, as regiões tropicais apresentam condições térmicas para a produção de uvas durante o ano inteiro. Para se avaliar as características climáticas dos diferentes períodos do ano pode-se recorrer a diversos índices. Objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar a aptidão climática de Boa Vista, Roraima, para o cultivo da videira, considerando-se diferentes períodos de produção ao longo do ano. Na caracterização climática, foi utilizado o Sistema de Classificação Climática Multicrit

  19. Efeito do porta-enxerto e da época de poda na duração das fases fenológicas e no acúmulo de graus-dia pela videira 'Niagara Rosada'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Tecchio

    2013-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se a influência dos porta-enxertos 'IAC 766', 'IAC 572', 'IAC 313', 'IAC 571-6' e 'Ripária do Traviú' e da época de poda na duração dos estádios fenológicos e no acúmulo de graus-dia pela videira 'Niagara Rosada'. O experimento foi realizado em Louveira-SP. Os tratamentos consistiram na combinação de cinco porta-enxertos e três épocas de poda, sendo utilizado o delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, com parcelas subdivididas e cinco repetições, sendo as parcelas representadas pelos porta-enxertos,e as subparcelas, pelas épocas de poda. Após a poda da videira, foram realizadas avaliações dos estádios fenológicos, utilizando-se do critério de Eichhon e Lorenz (1984. Nas três épocas de poda, baseado nos estádios fenológicos, calculou-se a duração dos períodos: poda ao início da brotação; poda ao pleno florescimento; poda ao início da frutificação; poda ao início da maturação dos cachos, e poda à colheita. Tomando-se por base a duração do ciclo da videira e as temperaturas médias diárias, calculou-se o acúmulo de graus-dia. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste Tukey, a 5% de significância. Obteve-se, na poda de verão, redução na duração dos estádios fenológicos da videira 'Niagara Rosada' enxertada sobre o porta-enxerto 'Ripária do Traviú. A maior duração do ciclo e do acúmulo de graus-dia da cultivar Niagara Rosada foi obtida com os porta-enxertos 'IAC 572' e 'IAC 313' nas podas de inverno.

  20. Efeito do ethephon sobre a brotação e vigor dos ramos da videira 'Niagara Rosada' (Vitis labrusca L. Effect of ethephon on sprout and vigor of branch of 'Niagara Rosada' (Vitis labrusca L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Augusto Fracaro

    2004-12-01

    Full Text Available A produção da videira 'Niagara Rosada' em regiões tropicais e subtropicais do Brasil tem sido freqüentemente prejudicada, principalmente devido à dificuldade de emissão e desenvolvimento das brotações após a poda de produção, realizada nos meses de ocorrência de temperaturas mais baixas, o que tem causado redução nas produções e desestímulo aos viticultores. Para solucionar esse problema, foram conduzidos três experimentos, em pomares comerciais localizados na região Noroeste do Estado de São Paulo, com o objetivo de estudar o efeito do Ethephon, aplicado antes da poda de produção, na emissão e desenvolvimento das novas brotações e na duração do período da poda até a floração. Foram testadas quatro doses de ethephon (0 mg.L-1; 720 mg.L-1; 1.440 mg.L-1; 2.160 mg.L-1 aplicadas via foliar antes da poda de produção, nos meses de junho e julho de 2002. Observou-se que a aplicação de Ethephon proporcionou maior número de gemas brotadas, maior comprimento e diâmetro do ramo e não alterou o período da poda à floração. Especialmente quando da ocorrência de condições climáticas desfavoráveis e quando as plantas apresentaram satisfatório grau de enfolhamento, a aplicação de ethephon, na dose de 2.160 mg.L-1, foi a mais efetiva.The production of ' Niagara Rosada ' in tropical and subtropical regions of Brazil has been frequentmently reduced, mainly due to difficulty of emission and development of sprout after the yield prune carried out in the months of occurrence of lower temperatures, what caused reduction in yields and discourage of farmers. Three experiments was carried out to solve this problem, in commercial areas located in northwest region of São Paulo State, with the objective to verify the effect of Ethephon, applied before the yield prune, in emission and development of sprout and in duration of the period of pruning until the flowering. Four levels of Ethephon (0 mg.L-1; 720 mg.L-1; 1,440 mg.L-1

  1. Estimativa da área foliar de Crambe abyssinica por discos foliares e por fotos digitais Estimate leaf area of Crambe abyssinica for leaf discs and digital photos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Toebe

    2010-02-01

    Full Text Available A área foliar é importante na determinação do crescimento e desenvolvimento das culturas agrícolas. Assim, os objetivos do trabalho foram comparar os métodos de discos foliares e de fotos digitais na estimativa da área foliar de Crambe abyssinica e modelar a área foliar em função do comprimento (C, da largura (L e ou do produto comprimento vezes largura (CxL de diferentes tamanhos de folhas. Para isso, em 308 folhas, foram determinados a área foliar, o comprimento, a largura e o produto comprimento vezes largura por meio dos métodos de discos foliares e de fotos digitais. Em seguida, foram comparados os métodos por meio do coeficiente de correlação linear entre a área foliar. A seguir, em cada método, modelou-se a área foliar (Y em função do C, da L e do CxL, por meio dos modelos: linear, linear simples, quadrático, geométrico e exponencial. Os coeficientes de correlação linear de Pearson e de Spearman entre a área foliar dos métodos de discos foliares e de fotos digitais foram de 0,9917 e 0,9889, respectivamente, o que revela métodos concordantes. Em ambos os métodos, os modelos quadráticos e geométricos apresentaram os melhores coeficientes de determinação da área foliar em função do comprimento e da largura das folhas. A largura da folha é a variável que melhor estima a área foliar. O método de fotos digitais pode ser utilizado para estimar a área foliar de crambe.Leaf area is important in determining the growth and development of agricultural crops. The aim of this study was to compare the methods of leaf discs and digital photos in estimating leaf area of Crambe abyssinica, and model leaf area according to length (C, width (L and/ or the product of length width (CxL for different sizes of leaves. For this, in 308 leaves it was determined the leaf area, length, width and the product of length width using the methods of leaf discs and digital photos. Then the methods were compared using the linear

  2. Produção, composição da uva e teores de nitrogênio na folha e no pecíolo em videiras submetidas à adubação nitrogenada Grapes yield, composition and nitrogen content in leaf and leaf petioles in grapevine with nitrogen fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2008-12-01

    Full Text Available A videira tem grande importância econômica no Sul do Brasil, mas sua produtividade está associada à utilização de fertilizantes, especialmente nitrogenados, que afetam a produtividade e a composição das bagas. O seu estado nutricional pode ser avaliado pelo teor de N na folha completa e no pecíolo. O trabalho objetivou avaliar como a aplicação de N afeta o seu teor na folha completa e pecíolo, usados para a recomendação de N à videira, e sobre a produção e composição química da uva. O trabalho compreendeu dois experimentos realizados em um vinhedo comercial no município de Planalto (RS, safra 2006/07, sobre um Cambissolo. No experimento 1, videiras Bordô e no experimento 2, Couderc 13 foram submetidas à aplicação de 0, 30, 60 e 90kg ha-1 de N, sendo 50% aplicado após o inicio da brotação, 25% durante a brotação e 25% durante a floração. No pleno florescimento e na mudança da cor da uva foram coletadas folhas completas (limbo+pecíolo e pecíolos, que foram secos, moídos e preparados à análise de N total. Na maturação da uva foram coletados, aleatoriamente, cinco cachos no centro e na parte externa da planta, pesados, determinado o comprimento, a largura e, em seguida, retiradas 100 bagas, pesadas e reservadas. Posteriormente, os demais cachos foram coletados e pesados para a determinação da produção de uva por planta e produção por hectare. As amostras de bagas reservadas foram trituradas e analisado o total de N, fósforo (P e potássio (K. Os resultados mostram de forma destacada que as amostras de folhas completas, coletadas no pleno florescimento na cultivar "Bordô" e "Couderc 13", são adequadas para avaliar a disponibilidade de N na planta. A aplicação de N mineral aumentou a produção de uva na cultivar "Bordô" e o total de N nas bagas em ambas as cultivares.The vine has an economic importance in the South of Brazil, but its productivity is associated with the utilization of fertilizers

  3. Manejo do dossel vegetativo da videira e seu efeito na composição do vinho Merlot Grapevine canopy management effects on Merlot wine composition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Miele

    2009-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de modalidades de poda verde da videira (Vitis vinifera L. na composição do vinho Merlot. Um experimento foi conduzido de 1993/1994 a 1996/1997, em Bento Gonçalves, RS, com uma testemunha e 11 modalidades de poda verde em vinhedo conduzido em latada. A análise de componentes principais mostrou que o efeito da poda verde variou conforme o ano. Considerando a média dos quatro anos avaliados, os três principais componentes foram responsáveis por 72% da variação total. Adesbrota, desponta e desfolha realizada no início da floração, com eliminação de todas as folhas abaixo dos cachos foi a modalidade de poda que apresentou os valores mais elevados de intensidade de cor, absorbâncias a 280 e 520 nm, antocianinas, taninos, álcool, 3-metil-1-butanol/2-metil-1-propanol, álcool em peso/extrato seco reduzido e fósforo, e foi a mais indicada para a produção de vinho Merlot.The objective of this work was to evaluate the effect of grapevine (Vitis vinifera L. summer pruning on Merlot wine composition. An experiment was carried out from 1993/1994 to 1996/1997 in Bento Gonçalves, RS, Brazil, using a control and 11 summer pruning in grapevines trained in pergola system. Principal component analysis showed that the summer pruning effects varied by year. Considering the average of the four years, the first three principal components were responsible for 72% of the total variation. Sprouting, topping, and removal of all leaves below grapevine clusters at the beginning of bloom had high values of color intensity, absorbances at 280 and 520 nm, anthocyanins, tannins, alcohol, 3-methyl-1-butanol/2-methyl-1-propanol, alcohol in weight/reduced dry extract, and phosphorus and was the best alternative for the production of quality Merlot wine.

  4. PERFORMANCE DE FERTILIZANTES FOLIARES E CORRELAÇÕES LINEARES EM COMPONENTES DO RENDIMENTO DA SOJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Jardel Szareski

    2017-01-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar a resposta de diferentes fertilizantes foliares aplicados na cultura da soja e as associações lineares entre os componentes do rendimento de grãos, nas condições edafoclimáticas da Região do Alto Uruguai, RS. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos testados foram: T1: sem aplicação de bioestimulantes; T2: aplicação de NITAMIN®; T3: aplicação de BIOZIME®; T4: aplicação de Bioamino Extra®; T5: Aplicação de NIPHOKAN®, onde avaliou-se os componentes do rendimento de grãos da soja. A aplicação de micronutrientes e bioestimulantes via foliar não acarreta em aumento no rendimento de grãos da soja, para as condições edafoclimáticas da Região do Alto Uruguai. O rendimento de grãos apresenta correlação positiva com o número de ramificações, número de legumes nas ramificações, número total de legumes, número de grãos por planta e massa de mil grãos.

  5. Trocas gasosas de mudas de videira, obtidas por dois porta-enxertos, submetidos à deficiência hídrica.

    OpenAIRE

    SOUZA, C.R. de; SOARES, A.M.; REGINA, M. de A.

    2001-01-01

    Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da deficiência hídrica e de dois porta-enxertos nas trocas gasosas de mudas de videira cultivadas em vasos, nas condições de casa de vegetação. Utilizou-se como copa a 'Niágara Rosada' (Vitis labrusca), e como porta-enxertos, o 101-14 (V. riparia) e o 1103 Paulsen (V. rupestris x V. berlandieri). Doze dias após a suspensão da rega, o potencial hídrico foliar da combinação 'Niágara Rosada'/101-14 apresentou os menores valores (-2,80 MPa) em rel...

  6. Influência da época seca na qualidade do aporte foliar em floresta semidecidual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    2014-09-01

    Full Text Available A serrapilheira apresenta uma importante função na ciclagem de nutrientes florestais, sendo as folhas as principais transportadoras desses nutrientes. Como a dinâmica da Floresta Estacional Semidecidual é fortemente demarcada pelos fatores climáticos, o objetivo deste trabalho é avaliar a influência temporal da temperatura e precipitação no aporte de carbono (C e nitrogênio (N foliares em fragmentos florestais. O estudo foi desenvolvido em cinco fragmentos florestais em Sorocaba, SP, onde foram demarcadas dez parcelas de 100m2, sendo instalados três coletores cônicos de 0,25m2 em cada. A coleta da serrapilheira foi feita de março a julho de 2008, onde o material foliar foi separado do restante da serrapilheira. Para a avaliação do teor de C e N foram sorteadas cinco amostras por mês, sendo estas moídas e analisadas. O teor e a quantidade de C e N apresentaram diferenças entre os meses. O carbono esteve diretamente relacionado com a quantidade de folhas aportadas enquanto que o nitrogênio esteve relacionado diretamente com a temperatura e a precipitação.

  7. Necessidades térmicas de videiras na região da Campanha do Rio Grande do Sul - Brasil

    OpenAIRE

    Radünz,André Luiz; Schöffel,Edgar Ricardo; Borges,Carolina Terra; Malgarim,Marcelo Barbosa; Pötter,Gabriela Hermann

    2015-01-01

    A vitivinicultura, reconhecida por sua importância econômica e social no Rio Grande do Sul, tem ampliado sua fronteira de produção para a região da Campanha. Objetivou-se com o presente trabalho avaliar o comportamento fenológico, bem como a necessidade térmica em graus-dia e a necessidade em dias, de cultivares de uvas finas destinadas à produção de vinhos, quando cultivadas na região da Campanha, local de recente introdução da...

  8. Modelos para a estimação da área foliar de feijão de porco por dimensões foliares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Toebe

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi modelar a área foliar de feijão de porco determinada por fotos digitais em função do comprimento ou da largura e/ou do produto comprimento vezes largura do limbo do folíolo central da folha. Em seis períodos de desenvolvimento da cultura (29, 43, 57, 73, 87 e 101 dias após a emergência foram coletadas, aleatoriamente, 745 folhas. Cada folha é composta pelos folíolos esquerdo, central e direito. Nas 745 folhas foi mensurado o comprimento (CFC e a largura (LFC e calculado o produto do comprimento pela largura (CFC×LFC do limbo do folíolo central. A seguir, determinou-se a área foliar (soma da área dos folíolos esquerdo, central e direito por meio do método de fotos digitais (Y. Do total de folhas, foram separadas, aleatoriamente, 605 folhas para a construção de modelos do tipo quadrático, potência e linear de Y em função do CFC, da LFC, e/ou do CFC×LFC e 140 folhas para a validação dos modelos. Em feijão de porco, o modelo tipo potência (Ŷ=3,7046x1,8747, R²=0,9757 da largura do limbo do folíolo central é adequado para estimar a área foliar obtida por fotos digitais.

  9. Comportamento produtivo da videira, cultivar Juliana, sobre três porta-enxertos em diferentes épocas de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Fernandes Moura

    2011-10-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou verificar a influência de três porta-enxertos no comportamento da cultivar Juliana em relação à fenologia, em três épocas de poda e em relação aos caracteres físicos de cachos, de bagas e de engaços, em duas épocas de poda. Os ensaios foram avaliados em Jundiaí-SP, e as podas foram realizadas em 15-08-2007, 22-01-2008 e 16-09-2008. O delineamento experimental foi o em blocos inteiramente casualizados, com parcelas subdivididas, com três repetições, sendo as parcelas representadas pela combinação da cultivar Juliana enxertada sobre os porta-enxertos 'Ripária do Traviú', 'IAC 572' e 'IAC766', e as subparcelas, pelas épocas de poda, que corresponderam a três para os estádios fenológicos e a duas para os caracteres físicos de cachos, bagas e engaço. Não houve diferença entre os porta-enxertos para os estádios fenológicos e para os caracteres físicos de cachos e de bagas, com exceção para massa da matéria fresca de baga e massa fresca de engaço. Maior massa da matéria fresca de engaço foi obtida pela combinação da cultivar Juliana e o porta-enxerto 'IAC 572'. Para as diferentes épocas de poda, foram detectadas diferenças para todos os estádios fenológicos, havendo interação entre porta-enxerto e época de poda para os estádios E1 - período da poda ao início da brotação; E2 - período da poda ao início do florescimento, e E5 - período da poda ao início da colheita.

  10. 'Haruna': uma nova mutação somática natural da videira 'Itália'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Marinho de Assis

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever as principais características físico-químicas e produtivas da uva fina de mesa 'Haruna', uma nova mutação natural originada da cv. Itália, em Uraí-PR, Brasil. O formato das bagas, elipsoide alongado bastante expressivo, é uma das características que mais difere essa nova mutação da uva 'Itália'. As bagas apresentam coloração verde-clara, tendendo ao amarelo na maturação plena, com pincel e polpa verde, crocante, firme, textura carnosa e de sabor moscatel, enquanto os cachos apresentam formato cilíndrico-cônico. O ciclo, bem como o desempenho produtivo e a suscetibilidade às doenças fúngicas assemelham- se aos da cv. Itália. Durante a maturação plena, apresenta teor médio de sólidos solúveis de 16,2ºBrix, superior à 'Itália, 0,5% de ácido tartárico e índice de maturação de 31,2. Trata-se de uma nova cultivar de uva fina de mesa com bom potencial de cultivo no Brasil.

  11. Potencial de água no solo e na folha da videira "Sugraone" sob déficit hídrico Soil and leaf water potential of "Sugraone" grape under water deficit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia B. Marinho

    2011-11-01

    Full Text Available Propôs-se com este estudo conhecer a variação do potencial da água no solo e na folha da videira "Superior Seedless", tal como o crescimento da baga da uva sob diferentes condições de irrigação na fase de maturação da uva, na Fazenda Agrobrás Tropical do Brasil S/A, em Casa Nova, BA, em outubro de 2007. A videira foi irrigada nas épocas 21, 13 e 5 dias antes da colheita, com lâminas de 100, 50 e 0% da evapotranspiração da cultura e um tratamento adicional ("manejo do produtor". O potencial da água na folha e no solo foi aferido com a câmara de pressão e tensiômetros, respectivamente. O potencial da água da folha variou de -0,95 a -1,80 MPa, ao meio- dia e de -0,10 a -0,27 MPa, ao alvorecer. O potencial mátrico da água do solo atingiu valores de -5 a -79,5 kPa para os tratamentos menos e mais deficitários. O potencial da água na folha ao meio-dia sugere que, em alguns dias, o parreiral se encontrava sob estresse moderado e, em outros, sob estresse severo, independendo dos tratamentos de déficit hídrico. Ao alvorecer, o potencial indicou que as videiras estavam sob estresse suave ou em condições adequadas de manejo de água, mesmo a potencial matricial do solo elevado, em que não houve redução significativa no crescimento das bagas das uvas.This study aimed to measure the variation of soil and leaf water potential in the Sugraone (Superior Seedless grape, as well as the berry growth, under different irrigation conditions in the Fazenda Agrobrás Tropical do Brazil S/A, in Casa Nova, BA, in October, 2007 during maturation stage. The Superior Seedless cultivar was irrigated at 21, 13 e 5 days before harvest with water depths of 100, 50 e 0% of crop evapotranspiration (ETc and an additional treatment consisting of the farmer management. The results of leaf water potential using a pressure chamber and the respective soil matric potential from tensiometric readings are shown. Measurements of leaf water potential reached

  12. Influência da temperatura e da duração do molhamento foliar na severidade do míldio da cebola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Luiz Marcuzzo

    Full Text Available RESUMO No presente trabalho foram estudadas, em condições controladas para o desenvolvimento de um modelo climático baseado na influência da temperatura (10, 15, 20 e 25°C e da duração do molhamento foliar (6, 12, 24 e 48 horas na severidade do míldio da cebola incitado por Peronospora destructor. A densidade relativa de lesões foi influenciada pela temperatura e pela duração do molhamento foliar (P<0,05. A doença foi mais severa na temperatura de 15°C. Os dados foram submetidos à análise de regressão não linear. A função beta generalizada foi usada para ajuste dos dados de severidade e temperatura, enquanto uma função logística foi escolhida para representar o efeito do molhamento foliar na severidade do míldio da cebola. A superfície de resposta obtida pelo produto das duas funções foi expressa por SE = 0,1506 * (((x-80,0614 * ((30-x0,1419 * (0,71642/(1+0,56954 * exp (-0,04460*y, onde SE, representa o valor da severidade estimada (0,1; x, a temperatura (ºC e y, o molhamento foliar (horas. Este modelo climático deverá ser validado em condições de campo para aferir o seu emprego como um sistema de previsão computacional para o míldio da cebola

  13. Produção e características físico-químicas dos cachos da videira 'BRS Clara' sob cobertura plástica e sombrite em safra fora de época

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Yukari Yamamoto

    2012-03-01

    Full Text Available Devido às condições climáticas favoráveis à ocorrência de doenças fúngicas em uvas de mesa, tem-se buscado a adoção de tecnologias que propiciem a redução nos custos de produção, sendo uma alternativa o cultivo de uvas sob cobertura plástica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção e as características físico-químicas dos cachos da videira 'BRS Clara' enxertada sobre o porta-enxerto IAC-766 'Campinas', em cultivo protegido durante a safra fora de época, visando à redução da aplicação de fungicidas para o controle do míldio. Os experimentos foram realizados em pomares comerciais localizados em Uraí e Marialva-PR. As videiras foram conduzidas no sistema latada, em espaçamento de 4,0 x 4,0 m, em Uraí, e de 2,0 x 5,0 m, em Marialva. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com dois sistemas de cultivo protegido (sob cobertura plástica e sob sombrite e sete repetições. No experimento conduzido em Uraí, não foram verificadas diferenças entre os sistemas de cultivo protegido quanto às características produtivas e químicas das bagas, como o teor de sólidos solúveis totais, índice de maturação e pH. Verificou-se a ocorrência do míldio somente nas folhas, sendo a incidência e a severidade menor nas videiras sob cobertura plástica (0,5 e 0,02%, respectivamente. Em Marialva, também não houve influência das coberturas nas características produtivas das videiras. Entretanto, o teor de sólidos solúveis totais das bagas sob cobertura plástica foi superior em relação àquelas sob sombrite (19,6 e 17,2ºBrix, respectivamente. Não foi detectada a ocorrência de míldio em nenhum dos sistemas de cultivo protegido nessa localidade. Conclui-se que o uso da cobertura plástica permite a redução do número de aplicações de fungicidas para o controle do míldio, sem alterar as características produtivas da uva 'BRS Clara'.

  14. Caracterização fenológica da videira cv. Itália (Vitis vinifera L. sob diferentes épocas de poda na região norte do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murakami Kátia Regina Naomi

    2002-01-01

    Full Text Available O experimento foi instalado no município de Cardoso Moreira, região Norte do Estado do Rio de Janeiro, durante o ano de 2001, com o objetivo de descrever a fenologia da videira 'Itália' e estimar a necessidade térmica em graus-dia (GD, sob diferentes épocas de poda (abril, maio, junho e julho. Avaliou-se o comportamento fenológico para os seguintes períodos: poda à gema algodão, gema algodão à brotação, brotação ao aparecimento da inflorescência, aparecimento da inflorescência ao florescimento, florescimento ao início da maturação e início da maturação à colheita. Foi determinada a soma térmica, em graus-dia, para o ciclo poda-colheita. A duração do ciclo foi de 138; 151; 150 e 157 dias para podas realizadas nos meses de abril, maio, junho e julho, respectivamente. A soma térmica necessária foi de 1727GD para poda realizada em abril, 1564GD para poda realizada em maio, 1702GD para poda realizada em junho e 1840GD para poda realizada em julho, utilizando-se de temperatura-base de 12ºC.

  15. Manutenção da área foliar e produtividade de arroz irrigado com a aplicação de fertilizantes foliares no estádio de emborrachamento Foliar area maintenance and yield with application of foliar fertilizers on booting stage of irrigated rice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edinalvo Rabaioli Camargo

    2008-08-01

    Full Text Available A utilização de fertilizantes foliares, aplicados ao final do ciclo da cultura do arroz irrigado, pode proporcionar complementação nutricional para a planta e proteção contra patógenos com reflexos na produtividade. O objetivo do estudo foi avaliar a utilização de fertilizantes foliares, aplicados no estádio de emborrachamento, sobre a produtividade do arroz irrigado. O experimento foi conduzido no ano agrícola 2005/2006, em área experimental de várzea do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos por 10 fertilizantes foliares, dois produtos aplicados via sementes, um fungicida e a testemunha. Os fertilizantes não influenciaram qualquer parâmetro avaliado. As condições climáticas e o manejo da adubação anterior à aplicação dos tratamentos foliares propiciaram condições favoráveis para o arroz expressar o seu potencial produtivo, em torno de 10.000kg ha-1. Neste nível de produtividade, os produtos utilizados não aumentaram a produtividade do arroz irrigado.The use of foliar fertilizers applied to the reproductive phase of rice can improve the plant nutrition and protect the field against foliar diseases with gains in yield. The objective of this experiment was to evaluate the use of the foliar fertilizers applied to the booting stage in order to verify the irrigated rice yield. The experiment was carried out in 2005/06 in a lowland area in Santa Maria-RS, Brazil. The treatments, arranged in a randomized block design with four replications, were constituted by 10 foliar fertilizers available in the market, two products applied to seeds, a fungicide, and a check treatment. The treatments presented no effects on any of the variables studied. The suitable climatic conditions and the fertilizer management carried out before the application of the foliar treatments led to the

  16. Application and validation of a warning system for grapevine downy mildew controlusing fungicides Aplicação e validação de um sistema de aviso para o controle do míldio da videira, com fungicidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erlei Melo Reis

    2013-03-01

    íldio da videira foi usado uma equação gerada por Lalancette de fungicidas, diferentes somas dos valores diários de severidade et al., (7. Com esta equação foi elaborada uma tabela de períodos (SVDS. O SVDS de 12 - 14, experimentos conduzidos em 2003/04 críticos e programado um aparelho computadorizado, o qual mostrou-se promissor para indicar a primeira e o intervalo das registra, através de sensores eletrônicos, a duração do molhamento aplicações de fungicidas, tendo reduzido em 37,5% o número de foliar, a temperatura média nesse período e automaticamente aplicações e mantendo eficácia de controle da doença em folhas e calcula o valor diário de probabilidade de ocorrência da infecção. cachos, semelhante ao sistema convencional.

  17. Estimativa da área foliar do girassol por método não destrutivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Angelo de Aquino

    2011-01-01

    Full Text Available Métodos de fácil execução, rápidos e não destrutivos, que possibilitem estimar a área foliar com precisão, são importantes para avaliar o crescimento das plantas nas condições de campo. Objetivou-se no presente trabalho, ajustar equações para estimar a área do limbo foliar e a área das folhas do girassol, em função das medidas lineares do limbo e do número de folhas por planta, incluindo a verificação da possibilidade de modelos comuns para as cultivares BR-122 e M-734. Seis plantas de cada cultivar nos estádios de início de florescimento e de florescimento pleno foram coletadas. As áreas dos limbos foliares foram determinadas por método direto. Foram medidos o comprimento ao longo da nervura principal e a largura de forma perpendicular à inserção do limbo no pecíolo. Foram ajustados os modelos linear, quadrático, cúbico, exponencial e potencial. Os modelos potenciais Ŷi = 1,6329Xi1,7164 e Ŷi = 0,5405Xi1,0212 com a utilização, respectivamente, das medidas da largura e do produto largura e comprimento são os mais adequados para estimar a área do limbo foliar do girassol. O modelo Ŷi = 5,1014Xi2,4383 permite estimar com precisão a área foliar total do girassol em função do número de folhas por planta. A precisão das equações ajustadas para as estimativas da área do limbo foliar ou de folhas por planta não é reduzida quando se ajustam modelos comuns às cultivares BR-122 e M-734.

  18. Microclima e produção de videiras 'Niágara rosada' em cultivo orgânico sob cobertura plástica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Comiran

    2012-03-01

    Full Text Available O uso de coberturas plásticas sobre vinhedos tem aumentado no Sul do Brasil, visando a atenuar limitações climáticas. Este estudo objetivou quantificar alterações micrometeorológicas causadas por cobertura plástica e seus efeitos no desenvolvimento e na produção de videiras 'Niágara Rosada', em cultivo orgânico. O estudo foi realizado em Bento Gonçalves-RS, num vinhedo conduzido em sistema latada e submetido a dois ambientes: em céu aberto e coberto por plástico transparente (160µm em arcos descontínuos. Nos dois ambientes, foram monitoradas radiação fotossinteticamente ativa (RFA e temperatura do ar. Avaliaram-se fenologia, índice de área foliar (IAF, peso e diâmetro de bagas, teor de sólidos solúveis e acidez total titulável, incidência de doenças fúngicas e rendimento. A cobertura reduziu em um terço a RFA incidente (-34% e aumentou as temperaturas máximas do ar (+3,1ºC. Ela acelerou o ciclo vegetativo das videiras até a maturação, mas retardou a queda de folhas. A cobertura promoveu incrementos de IAF, duração da área foliar e produção de uvas, de 12,3 para 27,1 t ha-1. Não foi observada incidência de doenças fúngicas no vinhedo coberto. Portanto, a cobertura plástica sobre vinhedos é uma alternativa importante na produção de uvas de mesa no Sul do Brasil, em cultivo orgânico.

  19. Exigências hídricas da videira na Região do Submédio São Francisco Table grape water requirements in the Submedium São Francisco Region

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JAQUELINE ÁVILA NETTO

    2000-08-01

    Full Text Available O trabalho objetivou a estimativa das necessidades hídricas da videira (Vitis vinifera L., cv. Itália, sob as condições edafoclimáticas da Região do Submédio São Francisco. A parte experimental foi conduzida no campo experimental de Bebedouro da Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido, no município de Petrolina, PE, durante o período de maio a agosto de 1996. A evapotranspiração da cultura foi determinada pelo método do balanço hídrico no solo, e a evapotranspiração de referência foi estimada pelo método de Penman, visando avaliar o comportamento do coeficiente de cultura (Kc ao longo do ciclo da cultura. O parreiral, com cinco anos de idade, foi conduzido em sistema de latada a 2 m acima da superfície do solo, num espaçamento de 4 m x 2 m e irrigado diariamente por gotejamento. O consumo hídrico diário máximo da cultura foi de 4,33 mm dia-1, totalizando 333,6 mm no período de observações. Os valores de Kc variaram de 0,50 a 0,74. Determinou-se uma curva característica de Kc para o ciclo vegetativo da videira, a qual permite obter o Kc diário em função dos dias após a poda.This study used data of a field experiment conducted at the Bebedouro experimental base of the Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido in Petrolina, PE, Brazil, from May to August, 1996, during the growing period of a five-year-old table grape (Vitis vinifera L., Italy cultivar. The plants were conducted in a two-meter above soil surface trellis system, four meters between rows by two meters between plants, and daily irrigated by trickling system. The crop evapotranspiration was determined by the soil water balance method, and the reference evapotranspiration was estimated by the method of Penman, used to analyse the behaviour of the crop coefficient (Kc throughout the crop growing period. The maximum crop daily water use was 4.33 mm d-1 and the total water consumption was 333.6 mm for the whole

  20. Doenças foliares da alfafa (Medicago sativa L., em Lavras, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pereira Rosana Cristina

    2003-01-01

    Full Text Available Objetivou-se verificar as doenças foliares que ocorrem na alfafa em Lavras-MG, no período de setembro de 1997 a outubro de 1998. Um ensaio foi conduzido em blocos ao acaso em esquema de parcelas subdivididas. Nas parcelas foram alocadas foram 35 cultivares e nas subparcelas 11 épocas de avaliação. Avaliações foram realizadas aos 28 dias após corte, quando foram coletadas dez hastes de alfafa por parcela para avaliação da desfolha e determinação da severidade das doenças. Os dados foram submetidos à análise de variância e os contrastes entre médias comparados pelo teste de Scott-Knott a 5%. A mancha-de-Leptosphaerulina ocorreu durante o ano todo, porém com maior severidade nos períodos mais frios do ano. A mancha-negra-das-folhas-e-caule apresentou maior severidade no final do verão e início do outono e a ferrugem revelou maior severidade apenas nas avaliações de novembro. As maiores porcentagens de desfolha foram obtidas nos meses mais frios do ano. As cultivares mais resistentes à mancha-de-Leptosphaerulina, cercosporiose e à desfolha foram a Crioula, P30 e Costera SP INTA. As cultivares MH 15 e MH 4 destacaram-se pela maior resistência à ferrugem.

  1. Efeitos da quitosana no desenvolvimento in vitro de videiras cv. merlot e no crescimento micelial do fungo Elsinoe ampelina Effects of the chitosan on the development of grapevines cv. Merlot and on the mycelial growth of the fungus Elsinoe ampelina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline José Maia

    2010-12-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o efeito da quitosana no desenvolvimento in vitro de plântulas de videira cv. Merlot e sua atividade antifúngica sobre Elsinoe ampelina. No primeiro experimento, explantes da cultivar Merlot foram transferidos para meio de cultura DSD1, acrescido das concentrações 0; 25; 50,100; 150 e 200 mg L-1 de quitosana. Após 90 dias de cultivo in vitro, as plântulas foram avaliadas quanto ao número de raízes e de folhas, porcentagem de enraizamento e brotação, comprimento de raízes e de parte aérea, massa fresca da planta. No segundo experimento, incorporou-se às concentrações 0, 60, 120, 180, 240 e 300 mg L-1 de quitosana ao meio BDA, onde inoculou-se o fungo. Posteriormente, avaliou-se o crescimento micelial aos 6 e 9 dias de incubação a 25º C no escuro. No primeiro experimento para as variáveis comprimento médio da parte aérea, massa fresca da planta inteira, porcentagem de enraizamento e porcentagem de estacas brotadas houve decréscimo linear em função das concentrações de quitosana. No segundo experimento, houve efeito linear negativo em função das concentrações crescentes de quitosana, sendo que a inibição do crescimento micelial foi de 81,7%, demonstrando o grande potencial do uso de quitosana no controle da antracnose da videira.The objective of this research was to evaluate the effects of the chitosan on the development in vitro plantlets of grapevines cv. Merlot and its antifungal action on Elsinoe ampelina. In the first trial, explants of the grapevine cv. Merlot were transferred to growing medium DSD1 plus concentrations of 0; 25; 50; 100; 150 and 200 mg L-1 of the product. After 90 days of in vitro cultivation the plantlets were evaluated for root and leaf number, root and shoot length and fresh mass of roots and shoots. In the second experiment, doses of 0; 60; 120; 180; 240 and 300 mg L-1 were incorporated to the BDA media, where the fungus was inoculated. The mycelial

  2. Estado nutricional, vigor e produção em videiras cultivadas com plantas de cobertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovani Zalamena

    2013-12-01

    Full Text Available Espécies perenes ou anuais de plantas de cobertura podem ser cultivadas em vinhedos para proteger a superfície do solo e também controlar a disponibilidade de água e nutrientes à videira. O trabalho objetivou avaliar o estado nutricional, o vigor e a produção de uva em videiras consorciadas com espécies anuais e perenes de plantas de cobertura submetidas a dois manejos. O experimento foi conduzido nas safras de 2009/2010 e 2010/2011, em vinhedo da cultivar Cabernet Sauvignon, em São Joaquim (SC, sobre um Cambissolo Húmico Distrófico. Os tratamentos foram: testemunha, caracterizado pela presença de plantas espontâneas controladas por dessecação na linha e por roçadas nas entrelinhas; a espécie perene de planta de cobertura, festuca (Festuca arundinacea; duas sucessões de espécies anuais, azevém-moha (Lolium multiflorum-Setaria italica e aveia-branca trigo-mourisco (Avena sativa-Fagopyrum esculentum; e dois tipos de manejo das plantas, com e sem transferência do resíduo produzido na linha para a entrelinha das videiras. Foram coletadas folhas completas no pleno florescimento e na mudança da cor das bagas para análise dos teores totais de N, P, K, Ca e Mg. Determinaram-se o comprimento dos ramos e de seus entrenós, a massa dos ramos podados e calculou-se o índice de Ravaz. Na colheita, foram determinados o comprimento, largura e massa de cachos, a produção de uva por planta e a massa de 100 bagas. As videiras consorciadas com espécies de plantas de cobertura anuais apresentaram maior teor de N total nas folhas na floração, maior vigor e produção de uva. O manejo das plantas de cobertura, mediante transferência dos resíduos culturais da linha de videiras para a entrelinha, não afetou o vigor da videira nem a produção de uva, mas diminuiu o teor total de N nas folhas, na fase da floração. O cultivo da festuca como cobertura do solo do vinhedo pode ser uma alternativa eficaz para se diminuir o vigor da videira.

  3. Produção extemporânea da videira, cultivar Syrah, nas condições do sul de Minas Gerais Extemporaneous production of vines, cultivar Syrah, in the climatic conditions of the south of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Angelucci de Amorim

    2005-08-01

    Full Text Available Avaliou-se a produção extemporânea da videira, através de uma segunda poda anual, nas condições climáticas do sul de Minas Gerais. O experimento foi conduzido em vinhedo não-irrigado, da cultivar Syrah, clone 747 ENTAV-INRA, enxertada sobre o '3309 C' e conduzido no sistema de espaldeira, com espaçamento de 2,50 x 1,50 metros. A primeira poda de formação das plantas foi realizada em agosto de 2002, enquanto a poda de produção foi realizada no mês de janeiro, em ramos totalmente lignificados. O ciclo completo de produção foi de 164 dias e a precipitação pluviométrica acumulada neste período, de 480 mm, sendo que, nos últimos 15 dias que antecederam a colheita, não foi registrada nenhuma precipitação. Os valores do potencial hídrico de base permaneceram bastante baixos (valores absolutos durante todo o ciclo, ao mesmo tempo que a transpiração das folhas e a assimilação do carbono se mantiveram em níveis elevados, caracterizando a ausência de estresse hídrico durante o ciclo de produção. A produção atingiu 8,45 t.ha-1 com 21,75º brix e 100 Meq.l-1 de acidez total na colheita, permitindo concluir que, nas condições de estudo, é possível a obtenção de um ciclo de outono para a videira com bons índices de produção sem o emprego da irrigação.The extemporaneous production of vines was evaluated, through a second annual prune, in the climatic conditions of the South of Minas Gerais. The experiment was carried out in a non irrigated vineyard, of the cultivar Syrah, clone 747 ENTAV-INRA, grafted on 3309 C and conducted in the vertical system, with spacing of 2,50 x 1,50 meters. The first pruning of plant's formation was accomplished in August of 2002, while the production pruning was in the month of January in branches completely lignified. The complete cycle of production was of 164 days and the precipitation accumulated in this period was 480 mm, being that wasn't registered any precipitation on the last 15

  4. Relação entre a temperatura e o molhamento foliar no monocíclo da Sigatoka-negra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleilson do Nascimento Uchôa

    2012-06-01

    Full Text Available A influência da temperatura (21, 24, 27 e 30 °C e da duração do tempo de molhamento foliar (0, 12, 24, 48 e 72 horas na penetração do agente causal da Sigatoka-negra (Mycosphaerella fijiensis foi quantificada em ambiente controlado. A área abaixo da curva do progresso da doença (AACPD e a incidência foram influenciadas pela temperatura e pela duração do tempo de molhamento foliar. Foram constatadas diferenças significativas (P=0,05 nos valores da AACPD para as diferentes temperaturas, bem como verificada a interação significativa (P=0,05 entre temperaturas e o molhamento foliar. Em todas as temperaturas foi possível a observação de sintomas, entretanto, a maior AACPD foi observada em folhas inoculadas que permaneceram na temperatura de 24 e 27°C, a partir de 48 horas de molhamento foliar. Nas temperaturas de 21ºC e 30°C a incidência de Sigatoka-negra foi menor. O período de molhamento foliar mínimo para o progresso da doença foi de 24 horas. Não foram observados sintomas de Sigatoka-negra em folhas inoculados com o molhamento foliar de 0 hora e 12 horas em todas as temperaturas. As folhas assintomáticas, após 5 dias em câmara úmida apresentavam sintomas característicos de Sigatoka-negra, demonstrando que os conídios inoculados nas folhas permaneceram viáveis por um período na ausência de água livre na folha.

  5. Ocorrência do ácaro vermelho europeu Panonychus ulmi (Koch (Tetranychidae associado à cultura da videira no Rio Grande do Sul, Brasil European red spider mite Panonychus ulmi (Koch (Tetranychidae occurrence of vineyards in Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Noeli Juarez Ferla

    2008-09-01

    Full Text Available Neste artigo é descrita ocorrência e o dano causado pelo ácaro vermelho europeu Panonychus ulmi (Koch associado à cultura da videira. As coletas foram realizadas na safra 2005-2006 em Vitis vinifera L. da cultivar Merlot, nos municípios de Bento Gonçalves e Candiota, no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. As folhas infestadas apresentaram bronzeamento, com manchas avermelhadas na face adaxial, resultando na queda prematura das mesmas. Esse é o primeiro registro do ácaro vermelho europeu danificando a cultura da videira no Rio Grande do Sul.The occurrence and the damage caused for the European red spider mite Panonychus ulmi (Koch associated to the culture of the grapevine are described. The collections had been carried through in 2005-2006 seasons in Vitis vinifera L. of cultivating Merlot in Bento Gonçalves and Candiota counties, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The infested leaves had presented bronzing, with spots redly in the adaxial face resulting in the premature fall. This is the first register of the European red mite damaging the culture of the grapevine in Rio Grande do Sul.

  6. Fertilidade de gemas em videiras: fisiologia e fatores envolvidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Vasconcelos Botelho

    2006-04-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo descrever a fisiologia da formação das gemas férteis em videiras, assim como discutir os fatores envolvidos neste processo. A formação das inflorescências em videiras se inicia no ciclo anterior à sua antese, durante o desenvolvimento das gemas latentes, sendo concluída na brotação destas gemas no ciclo seguinte. Didaticamente, este processo pode ser dividido em três principais etapas: 1 Formação do primórdio indiferenciado; 2 Diferenciação em primórdio de inflorescência; e 3 Diferenciação e formação das flores. Os primórdios indiferenciados, protuberâncias do tecido meristemático formados no interior da gema, podem dar origem a inflorescências, gavinhas ou brotações, dependendo de diversos fatores, tais como: balanço hormonal, característica varietal, vigor dos ramos, temperatura, intensidade luminosa, disponibilidade de água, nutrição mineral e práticas culturais. Do ponto de vista agronômico, concluí-se que o manejo de um vinhedo não deve visar estritamente a produção do ciclo corrente, mas também a formação das gemas para o ciclo seguinte, pois esta é a primeira condição para a obtenção de alta produtividade em videiras.

  7. Produção e certificação de mudas de videira na França 1: situação Atual da Produção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    REGINA MURILLO DE ALBUQUERQUE

    2002-01-01

    Full Text Available A França é o principal país produtor de mudas de videira, enxertando anualmente 270 milhões de mudas. Neste país, o programa de certificação de mudas alcança mais de 90% do material produzido, e, para tanto, a área utilizada de matrizes de porta-enxertos e produtoras atinge 3.454 ha. As principais cultivares multiplicadas, em ordem decrescente, são Merlot Noir, Cabernet Sauvignon, Syrah, Chardonnay, e os principais porta-enxertos o SO4, 110 Richter, 3309 Couderc, 41 B e 140 Ruggieri. Os percentuais atuais de pegamento da enxertia situam-se em torno de 58% (ano de 1999, oscilando de 45,2% para a variedade Pinot Noir até 58% para o Cabernet Sauvignon. Do total das mudas enxertadas, 90% são produzidas diretamente em canteiros para comercialização sob a forma de raiz nua, e os 10% restantes em vasos biodegradáveis. A quantidade de mudas enxertadas atingiu 270,4 milhões no ano de 2000, ultrapassando todos os valores produzidos na década de 90, e é considerada como limite para absorção do mercado. As exportações de mudas pela França atingiram o montante de 19,2 milhões de mudas, sendo Itália, Espanha, Portugal, Alemanha e Argentina os principais importadores.

  8. Fenologia e exigência térmica da videira 'Benitaka' cultivada no norte de Minas Gerais Phenology and thermal requirement of the vine 'Benitaka' grown in the north of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Pereira Ribeiro

    2010-03-01

    Full Text Available O emprego de índices biometeorológicos para a previsão dos estádios fenológicos tem sido amplamente utilizado no planejamento dos tratos culturais na viticultura. O objetivo deste trabalho foi caracterizar e comparar entre dois ciclos consecutivos, a duração em dias e as exigências térmicas em graus-dia de doze estádios do ciclo fenológico da videira 'Benitaka'. O estudo foi conduzido num vinhedo comercial localizado no município de Janaúba, região semiárida de Minas Gerais. As plantas, enxertadas sobre o porta-enxerto IAC 572 'Jales', foram conduzidas no sistema de latada e irrigadas por microaspersão. O acúmulo em dias e a exigência térmica (graus-dia foram determinados em duas safras consecutivas, da data da poda até a colheita, adotando-se a temperatura de 10°C como temperatura de base. O acúmulo em dias, da poda à colheita, foi de 120 para a poda realizada em janeiro e de 131 dias para a poda em julho. Na poda de janeiro, as plantas acumularam 1.914 graus-dias, enquanto na poda de julho o acúmulo foi de 1.930 graus- dia.The use of biometeorological indices for the prediction of phenological stages has been widely used in the planning of cultural practices in tropical vines. The objective of this study was to characterize and compare the duration (in days and thermal requirements in degree-day of twelve stages of the phenological cycle of the vine 'Benitaka'. The study was carried out in the vineyard Santa Catarina, in the city of Janaúba, north of the state of Minas Gerais - Brazil. Grapevines grafted on the rootstock IAC 572 'Jales' were irrigated by microaspersion. The accumulation of days and thermal requirement were determined in the same plants on two consecutive pruning dates. The base temperature used for the study was 10° C. The total length of the cycle ranged from 120 days for the vines pruned in January to 131 days for those pruned in July. The total amount of degree days for the grape pruning in January

  9. Efeito de déficit hídrico transiente e doses crescentes de boro sobre a fertilidade de gemas de videira cv. Itália

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorbas Sampaio de Melo

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito de diferentes tensões de água no solo e diferentes concentrações de boro, na fertilidade de gemas de videira cv. Itália, manejada sob o sistema de poda mista. O experimento foi conduzido em pomar comercial, no município de Petrolina-PE. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x3: três tensões indicativas para a recarga hídrica por irrigação (-30 kPa, -50 kPa e -70 kPa e três concentrações de boro (3%, 6% e 9%, com três repetições e duas plantas por parcela. A testemunha não recebeu aplicações com boro e o solo foi mantido com umidade na capacidade de campo (-10 kPa. As variáveis analisadas foram fertilidade de gemas, índice relativo de clorofila (IRC e área foliar. Os dados foram interpretados por meio de análise de variância e regressão, e os modelos escolhidos com base na significância do coeficiente de regressão (R² > 0,70. Verificou-se que a fertilidade de gemas mostrou efeito linear negativo em função do aumento da tensão de água no solo, diminuindo de 31,88% (-30 kPa, para 23,66% (-70 kPa. Contudo, a fertilidade de gemas nas videiras submetidas a uma restrição hídrica de -30 kPa foi superior à tensão de -10 kPa; o boro a 3% propiciou a maior taxa de fertilidade de gemas em comparação aos demais tratamentos com boro; a restrição hídrica no solo a -30 kPa ocasionou economia no volume de água aplicada da ordem de 35,4% em comparação ao manejo com -10 kPa; o índice relativo de clorofila aumentou linearmente com o acréscimo das tensões de água no solo e houve maior expansão da área foliar em plantas submetidas ao manejo da irrigação na capacidade de campo.

  10. Estimativa da área foliar de Sida cordifolia e Sida rhombifolia usando dimensões lineares do limbo foliar Estimate of Sida cordifolia and Sida rhombifolia leaf area using leaf blade linear dimensions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Bianco

    2008-01-01

    Full Text Available A estimativa da área foliar pode auxiliar na compreensão de relações de interferência entre plantas daninhas e cultivadas. Com o objetivo de obter uma equação que, por meio de parâmetros lineares dimensionais das folhas, permita a estimativa da área foliar de Sida cordifolia e Sida rhombifolia, estudaram-se as correlações entre área foliar real (Af e parâmetros dimensionais do limbo foliar, como o comprimento (C ao longo da nervura principal e a largura máxima (L perpendicular à nervura principal. Foram analisados 200 limbos foliares de cada espécie, coletados em diferentes agroecossistemas na Universidade Estadual Paulista, campus de Jaboticabal. Os modelos estatísticos utilizados foram linear: Y = a + bx; linear simples: Y = bx; geométrico: Y = ax b; e exponencial: Y = ab x. Todos os modelos analisados podem ser empregados para estimação da área foliar de S. cordifolia e S. rhombifolia. Sugere-se optar pela equação linear simples, envolvendo o produto C*L, considerando-se o coeficiente linear igual a zero, em função da praticidade desta. Desse modo, a estimativa da área foliar de S. cordifolia pode ser obtida pela fórmula Af = 0,7878*(C*L, com coeficiente de determinação de 0,9307, enquanto para S. rhombifolia a estimativa da área foliar pode ser obtida pela fórmula Af = 0,6423*(C*L, com coeficiente de determinação de 0,9711.Leaf area estimate may contribute to understand the relationship of interference between weeds and crops. The objective of this research was to obtain a mathematical equation to estimate Sida cordifolia and Sida rhombifolia leaf area based on linear measures of leaf blade. Correlation studies were conducted between real leaf area (Af and dimensional leaf blade parameters such as leaf length (C and maximum leaf width (L. Around 200 leaf blades of each species were analyzed, collected from several agro-ecosystems at São Paulo State University, in Jaboticabal, SP, Brazil. The statistical

  11. CONTROLE QUÍMICO E CULTURAL DAS PLANTAS DANINHAS NA VIDEIRA 'NIAGARA ROSADA'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PAULO EDISON MARTINS

    1997-01-01

    Full Text Available Estudou-se o controle das plantas daninhas e a seletividade dos herbicidas diclobenil, diuron e simazine à cultura da videira `Niagara Rosada', procurando-se separar os efeitos da cobertura morta sobre os fatores de produção e o teor de sólidos solúveis do suco da uva. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com quatro repetições. Verificou-se que os herbicidas diuron (2,0 kg/ha, simazine (2,4 kg/ha e diclobenil (3,04; 4,05 e 5,06 kg/ha foram seletivos à cultura da videira e eficientes no controle das plantas daninhas capim-colchão (Digitaria horizontalis Willd., caruru (Amaranthus hibridus L., guanxuma (Sida spp. e picão-preto (Bidens pilosa L.. A cobertura vegetal de capim-gordura (Melinis minutiflora L. foi eficiente no controle das plantas daninhas.

  12. Avaliação da produtividade de milho e controle de doenças foliares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laís Teles de Souza

    2014-10-01

    Full Text Available Atualmente existem dezenas de doenças foliares que têm causado perdas significativas na cultura do milho. Entre elas, destacam-se a cercosporiose e a mancha branca. O presente trabalho teve, pois, como objetivo avaliar o efeito da aplicação de um fungicida, que possui como princípio ativo o mancozebe, na produtividade de híbridos de milho, e verificar a sua eficiência no controle das doenças foliares cercosporiose e mancha branca. O experimento foi conduzido no ano agrícola de 2011/2012, na fazenda experimental do IFSULDEMINAS - Câmpus Inconfidentes. Para a realização do trabalho foram utilizados híbridos selecionados de acordo com os níveis de resistência às doenças. O delineamento foi feito em blocos casualizados, com três repetições em esquema fatorial, no qual foram avaliados 8 (híbridos x 3 aplicações do fungicida. Foram realizadas sete avaliações visuais da severidade das doenças a partir dos 90 dias após a emergência, por meio de escala de notas variando de 1 (altamente resistente a 9 (altamente suscetível. Os grãos foram colhidos para a obtenção da produtividade dos híbridos, e a umidade foi ajustada para 13%. A aplicação do fungicida foi eficiente no controle das doenças mancha branca e cercosporiose, no entanto, não aumentou a produtividade de grãos dos híbridos utilizados neste experimento. A aplicação do fungicida no estádio V6 e no pré-pendoamento das plantas de milho foi mais eficiente.

  13. Risco climático para ocorrência de doenças fúngicas da videira no Sul e Sudeste do Brasil Climatic risk for the occurrence of grapevine fungal diseases in South and Southeast Br

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iris Satie Hayashi Shimano

    2013-09-01

    Full Text Available A ocorrência de doenças fúngicas na videira é fortemente influenciada pelas condições climáticas. No Brasil, a videira Vitis labrusca é cultivada em diversas regiões, desde o Rio Grande do Sul até o norte de Minas Gerais, as quais apresentam distintas características climáticas e, consequentemente, requerem diferentes estratégias de controle das doenças fúngicas. Com base nisto, o objetivo deste trabalho foi determinar o risco climático de ocorrência de doenças fúngicas em diferentes regiões produtoras do Sul e Sudeste do Brasil, utilizando um modelo de previsão de pulverizações, baseado na ocorrência de chuva. Para tanto, foram empregados dados pluviométricos diários de séries históricas de 30 anos das regiões de Manga (MG, Jales (SP, Jundiaí (SP, São Miguel Arcanjo (SP, Marialva (PR e Caxias do Sul (RS. Foi determinado o número de pulverizações pelo sistema do calendário (NPcalendário e pelo sistema pluviométrico (NPchuva, em função da duração do ciclo em cada localidade para os diferentes períodos de safra, referentes a cada época de poda. Em Caxias do Sul, onde as chuvas são mais abundantes e bem distribuídas, o RC [=(NPchuva/NPcalendário*100] variou de 50 a 55% entre as podas de agosto e setembro, enquanto que na região de Manga o RC variou de 1% nas podas de maio a 24% para as podas de fevereiro. Nas demais regiões, o RC apresentou valores entre 16 e 56%, demonstrando que o risco de ocorrência dessas doenças é variável com o clima e que o monitoramento das condições meteorológicas pode auxiliar para a recomendação racional de pulverizações para o controle de doenças fúngicas na videira Vitis labrusca.The occurrence of fungal diseases in the grapevine is strongly influenced by climatic conditions. In Brazil, the grapevine Vitis labrusca, is grown in several regions, from Rio Grande do Sul to the north of Minas Gerais, which present distinct climatic conditions therefore requiring

  14. Biologia e tabela de vida de fertilidade de Spodoptera eridania (Cramer (Lepidoptera: Noctuidae em morangueiro e videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Caroline Bortoli

    2012-12-01

    Full Text Available A biologia de Spodoptera eridania foi estudada em laboratório (22±1ºC, UR 70±10%, fotofase de 14 horas, em folhas de morangueiro (Fragaria x ananassa cv. 'Aromas' e videira (Vitis vinifera cv. 'Cabernet Sauvignon'. A duração e a viabilidade do ciclo total foram, respectivamente, de 52,2±1,32 dias e 37,6% para morangueiro e 42,2±0,45 dias e 25,5% para videira. A razão sexual em morangueiro foi de 0,58, e 0,48 em videira. A longevidade média de machos e fêmeas em morangueiro foi de 16,3±1,16 e 15,8±1,85 dias, respectivamente, e 5,6±0,88 e 7,3±0,83 dias em videira. A fecundidade média total foi de 1.747,5±187,32 ovos por fêmea em morangueiro, e 1.764,9±289,04 em videira. A tabela de vida de fertilidade mostrou que a taxa líquida de reprodução e a razão finita de aumento foram de 394,89 e 1,10, respectivamente, para morangueiro, e de 213,98 e 1,12 para videira. As culturas do morangueiro cv. 'Aromas' e da videira cv. 'Cabernet Sauvignon' são hospedeiras favoráveis e equivalentes quanto ao potencial de crescimento populacional de S. eridania.

  15. Modelo para determinção da área foliar de Kalanchoe blossfeldiana Poelln Model for leaf area determination in Kalanchoe blossfeldiana Poelln

    OpenAIRE

    Marcia Xavier Peiter; Adroaldo Dias Robaina; Ana Rita Costenaro Parizi

    2006-01-01

    O presente trabalho teve por objetivo a verificação de um procedimento matemático que permita a descrição do crescimento foliar de Kalanchoe (Kalanchoe blossfeldiana Poelln.) e possa prever a sua área foliar fotossinteticamente ativa a partir de medidas não destrutivas de folhas. As mudas de Kalanchoe Cv. "Gold Jewel" foram cultivadas para o procedimento experimental em vasos irrigados com doses recomendadas para a cultura. Semanalmente, foram retirados três vasos da estufa e as plantas tiver...

  16. Caracterização da fenologia e da demanda térmica das videiras ‘Cabernet Sauvignon’ e ‘Tannat’ para a região norte do Paraná = Characterization of phenology and thermal demand for ‘Cabernet Sauvignon’ and ‘Tannat’ grapevines in the northern region of the state of Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Ezequiel dos Santos

    2007-07-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo caracterizar o comportamento fenológico e determinar a demanda térmica das videiras ‘Cabernet Sauvignon’ e ‘Tannat’ (Vitis vinifera L. cultivadas na região norte do Paraná. A área experimental foi instalada em vinhedos comerciais pertencentes à Vinícola Intervin®, localizados no município de Maringá, estado do Paraná. Para cada variedade, foram marcadas 20 plantas, conduzidas em latada com espaçamento de 4,0 x 1,5 m. A fenologia das plantas foi avaliada a partir da poda de produção de 2004 quanto à duração em dias de cada um dos subperíodos: poda à gema-algodão; poda à brotação, poda ao aparecimento da inflorescência; poda ao florescimento; poda ao início da maturação e poda à colheita. A demanda térmica foi calculada empregando-se o somatório de graus-dias (GD desde a poda até a colheita e também para cada um dos subperíodos, considerando-se duas temperaturas base (10 e 12°C, sendo escolhida a que apresentou menor desvio padrão. Pelos resultados obtidos, determinou-se que a duração dos subperíodos para a videira ‘Cabernet Sauvignon’ foi de 9; 13; 17; 40; 98 e 132 dias e, para a videira ‘Tannat’, foi de 13; 15; 19; 41; 99 e 139 dias, respectivamente. A temperatura-base de 10°C foi a mais adequada para o cálculo da demanda térmica. Para completar o seu ciclo, a demanda foi de 1.295,8 GD para a ‘Cabernet Sauvignon’ e de 1.375,5 GD para a ‘Tannat’.The aim of this research was to characterize the phenological performance, and determine the thermal demand of the ‘Cabernet Sauvignon’ and ‘Tannat’ grapevines (Vitis vinifera L. cultivated in Northern Paraná. The experimental area was established in a commercialvineyard owned by Vinícola Intervin®, located in the city of Maringá, state of Paraná, Southern Brazil. The vineyards were established in July, 2000, using the ‘IAC 766 Campinas’ as a rootstock. For each variety, 20 plants previously

  17. Produção e vigor da videira 'Niágara Rosada' relacionados com o porta-enxerto Yield and plant vigor of 'Niágara Rosada' grape vine related to the rootstock

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dário Pauletto

    2001-01-01

    Full Text Available Avaliou-se a produção e o vigor da videira 'Niágara Rosada' sobre os porta-enxertos 'IAC 313', 'IAC 766', 'Kober 5BB', 'Traviú'(106-8 Mgt e 'Schwarzmann', no período de 1990 a 1998, em Taubaté,SP. As maiores produções médias foram obtidas quando se utilizaram os porta enxertos 'IAC 313' e 'IAC 766', totalizando 2,69 kg/planta e 2,59 kg/planta, respectivamente. As produções alcançadas com os porta-enxertos 'Kober5BB' e 'Schwarzmann' foram, em média, 110% menores que os anteriores, enquanto o 'Traviú' apresentou comportamento intermediário. Os porta-enxertos 'IAC 313' e 'IAC 766' também induziram maior vigor à copa, representado pela maior massa de ramos podados e maior diâmetro das plantas. Para a formação de um vinhedo com 'Niágara Rosada', recomenda-se, para a região, os porta-enxertos 'IAC 313', 'IAC 766' ou 'Traviú'.The yield and plant vigor of 'Niágara Rosada' grafted on the 'IAC 313', 'IAC 766', 'Kober 5BB', 'Traviú' (106-8 Mgt and 'Schwarzmann' rootstocks were evaluated from 1990 to 1998, in Taubaté,SP, Brazil. The highest average yields were obtained on the 'IAC 313' and 'IAC 766' rootstocks, reaching 2.69 kg/plant and 2.59 kg/plant, respectively. Yields on 'Kober 5BB' and 'Schwarzmann' were 110% smaller than on the previous ones, while 'Traviú' showed intermediary behavior. 'IAC 313' and 'IAC 766' also induced higher vigor in the vine, represented by higher mass of pruned branches and higher diameter of plant. 'Niágara Rosada' cultivation in the region is recommended on the 'IAC 313', 'IAC 766' or 'Traviú' rootstocks.

  18. DESEMPENHO DA APLICAÇÃO FOLIAR DE ZINCO EM FEIJOEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Alexandre Coelho

    2010-06-01

    Full Text Available The nutritional requirements of crops, in general, becomes more intense with the beginning of the reproductive phase, being more critical at the time of seed formation, when considerable amounts of nutrients are they translocation, this requirement should be increased to the fact that nutrients are essential to training and development of new bodies of booking. This study aimed to evaluate the agronomic efficiency of foliar application of zinc (zinc oxide Zn 700 g L-1 in bean plant, compared to leaf application of zinc sulphate (ZnSO4 and control (without application of Zn. The experiment was installed in the Faculty of Agricultural Sciences - UNESP / Campus de Botucatu-SP. Was placed in containers with a capacity of 20L of soil and leaf applications encompassing four schemes and two of rain, with 5 replicates per treatment, a total of 40 vessels. The results for the factorial design did not show in general, significantly different answers when evaluated on the simulation of rain or the lack of simulation. The treatment (700g L-1 of ZnO has demonstrated agronomic efficiency as its foliar application, with results equal or exceed the application of ZnSO4 and control when applied at the same dose of Zn.

  19. Comportamento vegetativo e produtivo de videiras 'Cabernet sauvignon' cultivadas sob cobertura plástica Vegetative growth and yield of 'Cabernet sauvignon' grapevine under overhead plastic covering

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clenilso Sehnen Mota

    2008-03-01

    Full Text Available O uso de cobertura plástica no cultivo de videira encontra-se em expansão no Rio Grande do Sul, por ser uma alternativa que visa a proteger as plantas da precipitação pluvial e do granizo. O objetivo deste estudo foi avaliar os impactos de uma cobertura plástica translúcida e impermeável sobre a fenologia, o crescimento (de ramos, folhas, cachos e bagas e a produtividade em videiras 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera L., com cinco anos de idade, conduzidas em sistema 'Y', sobre porta-enxerto Paulsen 1103. O experimento, conduzido no município de Caxias do Sul-RS, seguiu o delineamento em blocos ao acaso, tendo os tratamentos sem e com cobertura plástica, com quatro repetições de 15 plantas (unidade experimental. As alterações microclimáticas impostas pela cobertura plástica não foram expressivas para alterar a fenologia da videira. As plantas cultivadas sob cobertura plástica apresentaram maiores valores de comprimento e massa fresca de ramos e de área, e massa seca foliar em comparação às plantas descobertas. O peso e o diâmetro de bagas foram superiores nas videiras cobertas apenas no início do ciclo e não diferiram próximo da colheita. As demais variáveis analisadas não foram afetadas pela cobertura plástica. A cobertura plástica interferiu no crescimento vegetativo das plantas, mas não afetou a produção.There is an increasing adoption of overhead plastic covering for grapevines in the State of Rio Grande do Sul, Southern Brazil, to protect the plants from rain and hail storms. This study was carried out to evaluate the impacts of overhead plastic covering with a translucent and water-proof plastic film on phenological, growth (of branch, leaves, clusters, and berries, and yield attributes of five years old 'Cabernet Sauvignon' grapevines (Vitis vinifera L. on Paulsen 1103 rootstock raised as 'Y' management system. The experiment was carried out in Caxias do Sul, State of Rio Grande do Sul, and followed a

  20. Ciclo de produção e demanda térmica de clones da videira 'Concord' sobre diferentes porta-enxertos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério de Sá Borges

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi determinar a duração do ciclo de produção e a necessidade térmica de seis clones de 'Concord' sobre três porta-enxertos no norte do Paraná. Foram avaliados os clones '22', '28', '49', '202', '211' e '225', obtidos pela Embrapa Uva e Vinho, e enxertados sobre os porta-enxertos 'IAC 766', 'IAC 572' e '420-A'. O trabalho foi realizado em área experimental pertencente ao Centro Tecnológico da COROL - Cooperativa Agroindustrial, localizado no município de Rolândia-PR. O experimento foi realizado em esquema fatorial (6 clones x 3 porta-enxertos, em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições. As plantas foram conduzidas em sistema de latada, no espaçamento de 4,0 m x 2,0 m, e as avaliações foram realizadas nas safras de 2009/2010 e 2010/2011. Verificou-se que dentre os clones de 'Concord' avaliados, o '202' apresenta a menor duração do ciclo entre a poda e a colheita, sendo portanto o mais precoce. Dentre os porta-enxertos, o '420-A' induz a maior taxa de acúmulo diário de sólidos solúveis do mosto, proporcionando redução do ciclo total e da demanda térmica dos clones de 'Concord', enquanto o 'IAC 572' induz a menor taxa, promovendo aumento do ciclo e da demanda térmica dos clones.

  1. 'Haruna': uma nova mutação somática natural da videira 'Itália' 'Haruna': a new natural somatic mutation of 'Italia' grapevine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Marinho de Assis

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever as principais características físico-químicas e produtivas da uva fina de mesa 'Haruna', uma nova mutação natural originada da cv. Itália, em Uraí-PR, Brasil. O formato das bagas, elipsoide alongado bastante expressivo, é uma das características que mais difere essa nova mutação da uva 'Itália'. As bagas apresentam coloração verde-clara, tendendo ao amarelo na maturação plena, com pincel e polpa verde, crocante, firme, textura carnosa e de sabor moscatel, enquanto os cachos apresentam formato cilíndrico-cônico. O ciclo, bem como o desempenho produtivo e a suscetibilidade às doenças fúngicas assemelham- se aos da cv. Itália. Durante a maturação plena, apresenta teor médio de sólidos solúveis de 16,2ºBrix, superior à 'Itália, 0,5% de ácido tartárico e índice de maturação de 31,2. Trata-se de uma nova cultivar de uva fina de mesa com bom potencial de cultivo no Brasil.The aim of this study was to describe the main physical -chemical and productive characteristics of 'Haruna' table grape, a new natural mutation originated from cv. Italia, in Uraí, PR, Brazil. The berries present a very expressive large oval shape, which is the main characteristic that differ this new mutation from 'Italia' grape. The berries color is light green, tending to yellow at full maturity, with brush and flesh green, crunchy, firm, with fleshy texture and moscatel flavor, while the clusters present cylindrical-conical shape. The cycle, as well as the production performance and the susceptibility to fungal diseases is similar to the cv. Italia. During the full maturation, it has an average content of soluble solids of 16.2ºBrix, higher than 'Italia', 0.5% of tartaric acid and maturation index of 31.2. This is a new cultivar of fine table grape with potential for cultivation in Brazil.

  2. Técnica para o estudo da anatomia da epiderme foliar de batata A technique for the anatomical study of potato leaf epidermis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Bastos Segatto

    2004-10-01

    Full Text Available Embora a batata (Solanum tuberosum seja uma espécie de grande valor econômico, são poucas as informações disponíveis sobre a anatomia foliar, principalmente de características estruturais da epiderme. O estudo da anatomia foliar assume grande importância básica, para a ecologia e fisiologia, e aplicada para a fitopatologia e o melhoramento genético. Este trabalho teve por objetivo identificar uma técnica histológica que permite a confecção de lâminas semipermanentes para avaliar a epiderme foliar, em vista frontal, de um grande número de plantas de batata em um curto período de tempo. O corte paradérmico a mão livre, o método de Jeffrey e as técnicas de hidróxido de potássio e de impressão da epiderme foram avaliados. Lâminas semipermanentes foram confeccionadas da secção frontal da epiderme de folíolos principais do terço médio de plantas de batata. A impressão da epiderme em lâmina foi a única técnica que possibilitou a avaliação adequada de todos os clones de batata utilizados. A impressão da epiderme é uma técnica muito rápida, de baixo custo e de fácil execução, que atende os requisitos necessários para a identificação e seleção de características anatômicas de um grande número de plantas em um programa de melhoramento genético de batata.Even though potato (Solanum tuberosum is an economically important crop, information about leaf characteristics of anatomical structure has not been well studied. Studies of leaf epidermis have significance for basic fields as ecology and physiology and for applied fields as plant pathology and breeding. The objective of this research was to identify a fast and easy technique to prepare semi-permanent slides for studying the anatomy of potato leaf epidermis. Para dermal free hand cut, Jeffrey method, potassium hydroxide and epidermal fingerprint on glass slide techniques were evaluated. Semi-permanent slides were prepared from the longitudinal section of

  3. Limpeza clonal de mudas de videira infectadas por Xanthomonas campestris pv. viticola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Márcio Freire Silva

    2013-03-01

    Full Text Available O cancro bacteriano da videira é causado por Xanthomonas campestris pv. viticola (Xcv. Visando à limpeza clonal de mudas de 'Red Globe', foram estudados: tamanho ideal de ápices e gemas axilares para cultivo em meio de Galzy modificado (MGM; efeito da termoterapia (38ºC/30 dias; e ação de antibióticos na eliminação de Xcv em videiras infectadas. Os percentuais de contaminação por Xcv e de regeneração foram analisados, e as plantas obtidas foram indexadas em meio ágar nutritivo-dextrose-extrato de levedura-ampicilina (NYDAM, seguindo-se teste de patogenicidade. O cultivo de explantes com 3 mm possibilitou a obtenção de plantas livres da bactéria, com regeneração 14,3 vezes maior que explantes com 1 mm. A termoterapia de mudas infectadas, associada ao cultivo in vitro, não eliminou o patógeno. O cultivo de explantes com 10 mm, durante 40 dias em MGM + cefotaxima (300 mg L-1, proporcionou limpeza clonal das mudas. A indexação de plantas de videira regeneradas in vitro, quanto à infecção por Xcv utilizando NYDAM, seguida de teste de patogenicidade, é uma alternativa econômica e eficiente para produção de mudas de alta qualidade fitossanitária.

  4. Influência da cobertura vegetal do solo na qualidade dos frutos de videira 'Niagara Rosada' Influence of soil cover with grass and leguminous plants on fruit characteristics of table grape variety Niagara Rosada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Bahia Wutke

    2005-12-01

    Full Text Available Devido ao aumento no custo de produção com a utilização de cobertura morta com capim nas ruas da videira 'Niagara Rosada' e à dificuldade para sua aquisição, objetivou-se a possibilidade de substituí-la por plantas de cobertura intercalares. Em experimentos realizados em Indaiatuba e Jundiaí-SP, de 1999-2000 a 2003-2004, instalaram-se seis tratamentos nas entrelinhas, em blocos ao acaso e quatro repetições, constando de área no limpo; vegetação espontânea roçada; cobertura com capim seco de Brachiaria decumbens; cobertura verde de aveia preta (Avena strigosa; cobertura verde de chícharo (Lathyrus sativus; cobertura verde de tremoço (Lupinus albus, de março a outubro, seguidas de cobertura verde de mucuna anã (Mucuna deeringiana de outubro a março. Determinaram-se massa, comprimento e largura do cacho, engaço e bagas, número total de bagas por cacho e diâmetro do pedicelo de bagas, comparando-se os valores médios pelo teste de Duncan ao nível de 5%. Na média dos anos, os resultados com a cobertura verde foram similares ou mais favoráveis que os da cobertura com braquiária seca, podendo-se substituí-la por coberturas vegetais intercalares com gramínea e leguminosas, o ano todo, sem interferência negativa na qualidade comercial dos frutos.Grape vineyard in Southern Brazil utilize a large amount of mulch during autumn-winter season demanding extra efforts and costs, being its acquisition very difficult nowadays. In order to evaluate the possibility of replacing the tradicionally mulch by green cover species in the inter-row strip, two experiments were carried out in Indaiatuba and Jundiaí, SP, Brazil, from 1999/00 to 2003/04, with the table variety Niagara Rosada. The experimental design was a randomized block with four replications and six treatments: 1 no weeded area; 2 cut spontaneous local vegetation; 3 mulch of Brachiaria decumbens; 4 green cover of Avena strigosa from March to October followed by green cover of

  5. Utilização de Acibenzolar-S-Methyl para controle de doenças foliares da soja Use of Acibenzolar-S-Methyl to control foliar diseases of soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Jose Dallagnol

    2006-09-01

    Full Text Available O controle das doenças foliares na cultura da soja pode ser obtido pela utilização de métodos genéticos, culturais e químicos. A utilização de ativadores químicos dos mecanismos de defesa é uma alternativa de controle induzido. Para avaliar o efeito na eficácia com a inclusão de Acibenzolar-S-Methyl (ASM no programa de controle químico das doenças foliares na cultura da soja, um experimento foi instalado com as cultivares IAS 5, CD 201 e RS 10. O efeito do ASM foi avaliada isoladamente e em mistura com Difenoconazole aplicados nos estádios R3, R4 e R5.1 e o Azoxystrobin em R5.1. Os parâmetros avaliados foram a severidade das doenças de final de ciclo (DFC, desfolha, área foliar verde e rendimento de grãos. A inclusão de ASM nos programas de controle químico aumentou, na maioria dos casos, a eficácia dos fungicidas para todos os parâmetros avaliados, porém com variação entre as cultivares. Os melhores resultados foram obtidos com aplicações de Difenoconazole + ASM aplicado em R3 e R4, não sendo verificado efeito na eficácia do Azoxystrobin (R5.1. O incremento no rendimento das cultivares foi influenciado pela tolerância das cultivares as doenças, sendo positivo para as cultivares CD 201 e RS 10 com aplicação de ASM + Difenoconazole em R4.The chemical control of foliar diseases in soybean can be achieved by using genetic, cultural and chemical practices. The use of activators of plant defense mechanisms is an alternative for disease control. An experiment was carried out with the cultivars 'IAS 5', 'CD 201' and 'RS 10' aiming to evaluate the efficacy of the inclusion of Acibenzolar-S-Methyl (ASM to the chemical control program of foliar diseases in soybean. The effect of ASM was evaluated separately and mixture with Difenoconazol sprayed on to plants at the growth stages of R3, R4, R5. 1 Azoxystrobin was sprayed on R5.1. The variables evaluated were diseases severities at the end of the crop, desfoliation, green

  6. Modelos para estimativa da área foliar de Curcuma alismatifolia e Vurcuma zedoaria Leaf area prediction models for Curcuma alismatifolia and Curcuma zedoaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Christina Rossini Pinto

    2008-01-01

    Full Text Available O presente estudo determina modelos para estimativa da área foliar de Curcuma alismatifolia e de Curcuma zedoaria. Para utilização destas espécies como ornamentais, é necessário o estabelecimento de técnicas de produção adequadas. Assim, a determinação da área foliar é importante, pois é usada para avaliar a resposta da planta a fatores ambientais e técnicas culturais. O uso de modelos para estimar a área foliar é um método simples, de boa precisão e não destrutivo. No estádio de floração foram coletadas cem folhas de C.alismatifolia ('Pink' e 'White' e de C.zedoaria. Determinaram-se o comprimento (C e a largura (L máximos e a área foliar real (AFR, com auxílio de integrador de área foliar (LI-3100. Estudaram-se as relações entre a AFR e o C, L e CL (produto do comprimento pela largura da folha, por meio de modelos de regressão linear. Os modelos AFR = 0,59048 CL (C.alismatifolia 'Pink', AFR = 6,08410 + 0,52162 CL (C.alismatifolia 'White' e AFR = 0,70233 CL (C.zedoaria são estatisticamente adequados para estimar a área foliar real.The present work establishes regression models to estimate leaf area of Curcuma alismatifolia and Curcuma zedoaria. To use these of species as ornamental plants is necessary to establish adequate cultivation techniques. Thus, the determination of leaf area is very important, once it is used to evaluate plant response to environmental factors and crop techniques. The use of prediction models to estimate leaf area is a simple, accurate and nondestructive method. At the stage of flowering, a hundred leaves of C.alismatifolia ('Pink' and 'White' and C.zedoaria were collected for each species and cultivar. Maximum length (L, maximum width (W and real leaf area (RLA were measured with a leaf area meter (LI-3100. The relation between RLA and the L, W and the product of length by width (LW, was studied through linear regression models. The models RLA = 0.59048 LW (C.alismatifolia 'Pink', RLA = 6

  7. Modelos alométricos para estimativa da área foliar de boldo pelo método não destrutivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Ferreira da Silva

    2017-09-01

    Full Text Available A área foliar é uma das mais importantes medidas de avaliação do crescimento vegetativo, em virtude de estar ligada ao incremento de matéria seca nas plantas. O objetivo deste trabalho foi testar e obter o melhor modelo matemático para estimativa da área foliar do boldo (Plectranthus ornatus em função das suas dimensões alométricas. Utilizou-se um cultivo de boldo localizado na propriedade São Domingos no município de Alegre - ES, onde foram coletadas 80 folhas de 12 arbustos em outubro de 2013. As regressões foram determinadas considerando-se a área foliar real (AFR como variável dependente e o comprimento (C, largura (L e o produto do (C x L de cada folha como variáveis independentes. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que a equação exponencial    y = 22033e0,1523x foi o melhor modelo matemático para estimar a área foliar do boldo, com R² de 0,62. Os modelos que utilizaram apenas a largura das folhas mostraram-se mais adequados para estimar a área das folhas do boldo, uma vez que apresentam maior correlação.

  8. Produção e certificação de mudas de videira na França 1: situação Atual da Produção

    OpenAIRE

    REGINA, MURILLO DE ALBUQUERQUE

    2002-01-01

    A França é o principal país produtor de mudas de videira, enxertando anualmente 270 milhões de mudas. Neste país, o programa de certificação de mudas alcança mais de 90% do material produzido, e, para tanto, a área utilizada de matrizes de porta-enxertos e produtoras atinge 3.454 ha. As principais cultivares multiplicadas, em ordem decrescente, são Merlot Noir, Cabernet Sauvignon, Syrah, Chardonnay, e os principais porta-enxertos o SO4, 110 Richter, 3309 Couderc, 41 B e 140 Ruggieri. Os perce...

  9. Modelos de regressão para estimativa da área foliar de espécies brasileiras do gênero Tillandsia L. (Bromeliaceae.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Gabarra Mendonça

    2005-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi ajustar equações de regressão para estimativa da área foliar de Tillandsia spp. nativas do Brasil. Determinaram-se o comprimento ao longo da nervura principal (C, a largura máxima (L e a área foliar real de, no mínimo, 100 folhas de cada espécie, mantidas intactas nas plantas. Calcularam-se relações lineares existentes entre a área foliar real e as dimensões C, L e CL (produto entre o comprimento e a largura da folha. O modelo de regressão linear com intercepto foi o mais adequado, e as equações recomendadas, sendo AFE= área foliar estimada, foram: para Tillandsia carminea, AFE= 0,281188 + 0,562219 CL (R2= 0,7296; :Tillandsia dura, AFE= 0,891231 + 0,412457 CL (R2= 0,8432; Tillandsia gardneri, AFE= 2,54412 + 0,445525 CL (R2= 0,8662; Tillandsia geminiflora, AFE= 0,674484 + 0,444418 CL (R2= 0,8474; Tillandsia globosa, AFE= 1,9494 + 0,3804 CL (R2= 0,8178; Tillandsia grazielae, AFE= 0,518512 + 0,530259 CL (R2= 0,7608; Tillandsia kautskyi, AFE= 0,59338 + 0,374353 CL (R2= 0,6931; Tillandsia reclinata, AFE= 0,0379111 + 0,641623 CL (R2= 0,9169; Tillandsia stricta, AFE= 0,3937 + 0,4277 C (R2= 0,8661, ou AFE= 1,21336 + 0,385727 CL (R2= 0,8607; Tillandsia tenuifolia, AFE= 0,991226 + 0,402221 CL (R2= 0,7523.

  10. Etefom e épocas de poda no crescimento de videira rústica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Meira de Abreu

    Full Text Available RESUMO Em regiões tropicais, a videira necessita de cuidados diferentes daqueles exigidos nas regiões de clima temperado por causa do seu crescimento contínuo. Técnicas como a aplicação de reguladores de crescimento e a alternância de podas tornam-se essenciais para uma exploração satisfatória da viticultura, proporcionando duas ou mais colheitas por ano. Objetivou-se avaliar o efeito de diferentes épocas de poda, aliadas a doses de Etefom, no crescimento da videira ‘Isabel’ em dois ciclos de produção. Dois experimentos foram realizados utilizando delineamento em blocos casualizados, compostos de 16 tratamentos, dispostos no esquema fatorial 4 x 4, com quatro repetições. Avaliaram-se quatro épocas de poda em duas safras: inverno (08/março, 22/março, 05/abril e 19/abril de 2013 e verão (25/agosto, 8/setembro, 22/setembro e 06/outubro de 2013. O segundo fator de variação consistiu das quatro doses de Etefom (0, 720, 1.440, 2.160 mg L-1. As variáveis avaliadas foram a duração do ciclo produtivo da videira, o diâmetro da base dos ramos, o comprimento de ramos, a percentagem de brotação e o número de brotos por gema. O fator época de poda foi avaliado pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade, e o fator concentrações de Etefom, por análise de regressão. Na safra de inverno, a videira Isabel apresentou os menores ciclos, enquanto na safra de verão os ciclos foram mais longos. Na safra de verão, poda realizada no início de outubro proporcionou maior comprimento de ramos, enquanto na safra de inverno isso ocorre nas podas realizadas em abril. As concentrações de Etefom influenciaram o crescimento da videira apenas na safra de verão, com efeito linear positivo para comprimento dos ramos e efeito quadrático, aumentando a brotação até a dose de 1440 mg L-1.

  11. Estimativa do coeficiente da cultura da cana-de-açúcar em função do índice de área foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Silva

    2013-11-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar vem sendo alvo de pesquisas ultimamente no que diz respeito ao desenvolvimento de técnicas viáveis para a prática da irrigação. Em função disso, esse trabalho teve como objetivo estudar a relação entre índice de área foliar (IAF e o coeficiente da cultura (Kc. Para tal, foi montado um experimento com cana-de-açúcar na região de Rio Largo, Alagoas, em que se mediu o IAF em dois ciclos de cultivo e ajustou-se o Kc às condições climáticas locais, no período de fevereiro de 2008 a fevereiro de 2009. Os resultados mostraram relação significativa entre o Kc e o IAF, em que a regressão polinomial quadrática utilizada na estimativa do Kc apresentou bom ajuste com r2 de 0,9342, índice de concordância (d de 0,9827, raiz quadrada do erro médio (RMSE de 0,0492 e erro padrão de estimativa (EPE de 0,539. A correlação entre o Kc real e o estimado pelo IAF teve coeficiente angular (b de 0,9997 e r2 de 0,9665, indicando que os valores estimados estiveram dentro da ordem de grandeza para a cana-de-açúcar. Assim, o método de regressão polinomial quadrática é viável para esta finalidade e apresenta-se como ferramenta bastante prática para o manejo da irrigação.

  12. INFLUÃÅNCIA DA MANCHA FOLIAR DE MYCOSPHAERELLA NO DESENVOLVIMENTO DE Eucalyptus dunnii NA REGIÃÆO SERRANA DE SANTA CATARINA

    OpenAIRE

    ALEXANDRE TECHY DE ALMEIDA GARRETT

    2015-01-01

    Com o objetivo de inferir a influÃÂncia da mancha foliar causada por espÃÂcies de Mycosphaerella spp. e Teratosphaeria em plantios de Eucalyptus dunnii foi analisado o desenvolvimento de povoamentos de diferentes materiais genÃÂticos em duas classes de idade acometidos pela doenÃÂa, na regiÃÂo sul do Brasil em ÃÂreas da empresa Klabin S.A. O desenvolvimento expresso pela altura, diÃÂmetro de colo e biomassa da base do fuste das plantas e a severidade da doenÃÂa foram avaliados em avaliaÃÂÃÂes...

  13. Morfodiagnose da anatomia foliar e caulinar de Camellia sinensis (L. Kuntze, Theaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia R. Duarte

    Full Text Available Camellia sinensis é um arbusto ou árvore de pequeno porte, de origem asiática, denominado de chá-da-índia, chá-verde ou chá-preto. Possui atividades antioxidante, antiinflamatória, antimicrobiana e hepatoprotetora. A comercialização dessa espécie é relevante, como droga farmacognóstica e insumo na indústria de bebidas. O presente trabalho trata da caracterização estrutural de folha e caule, de modo a contribuir na morfodiagnose para o controle de qualidade. Amostras do material vegetal foram fixadas, seccionadas e coradas com azul de astra e fucsina básica. Testes microquímicos usuais foram realizados. A folha apresenta estômatos anomocíticos na face abaxial, tricomas tectores unicelulares em ambas as superfícies, mesofilo dorsiventral, drusas de oxalato de cálcio, nervura central biconvexa e pecíolo plano-convexo, ambos percorridos por feixe vascular colateral. O caule, no nível analisado, possui epiderme unisseriada, camada subepidérmica de células colabadas, bainha esclerenquimática, estrato de células com paredes espessadas em U, organização vascular colateral e medula com células parenquimáticas e esclerenquimáticas. Esclereídes são encontradas na folha e no caule.

  14. Effect of the available soil water and organic matter on the castor bean foliar area growth; Influencia da agua disponivel e materia organica no crescimento da area foliar da mamoneira

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Lacerda, Rogerio D. de; Almeida, Larissa C.; Guerra, Hugo O. Carvalho; Souza, Cristiana M. de; Batista, Faed R. [Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), PB (Brazil)], Emails: rogerio_dl@yahoo.com.br, laris_almeida@yahoo.com.br, hugo_carvallo@hotmail.com, crismsouza@hotmail.com, faedrideiro@hotmail.com

    2010-07-01

    The Brazilian potential for bio fuel production through the cultivation of oil seeds is immeasurable. On the Northeast is possible to cultivate the castor bean, peanuts, sesame, babassu and other species. Just for the castor bean there exist 3.0 millions of hectares able for cultivation. The experiment had as objective to study the effect of available soil water for plants and organic matter on the foliar area production. It was conducted on the field during the period of October 2008 to March 2009 using an experimental design 2 x 4 factorial on a randomized-complete block design, constituted of two soil organic matter contents (5.0 g.kg{sup -1} and 25.0 g.kg{sup -1}) and four soil water contents (100, 90, 80 and 70% of the soil available water for the plants) with 3 replicates. On each 100 m{sup 2} parcel 50 plants were cultivated until 180 days after the sowing, DAS. The analyses of variance allowed to observe that the addition of organic matter increased the foliar areas in 20,7% and the available water produced an increment of 51,5% when were elevated from 70 to 100%. (author)

  15. Flutuação populacional de Argyrotaenia sphaleropa (MEYRICK, 1909 (Lep: Tortricidae com emprego de feromônio sexual sintético na cultura da videira easonal fluctuation of the adults of Argyrotaenia sphaleropa (MEYRICK, 1909 (Lep: Tortricidae using synthetic sexual pheromone in vineyards

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson José Morandi Filho

    2007-08-01

    Full Text Available A lagarta-das-fruteiras, Argyrotaenia sphaleropa (Meyrick, 1909 (Lepidoptera: Tortricidae, é uma espécie freqüentemente encontrada danificando a cultura da videira e outras frutíferas de clima temperado na região Sul do Brasil e no Uruguai. Estudou-se a flutuação populacional de A. sphaleropa na cultura da videira com emprego do feromônio sexual sintético. Com base na avaliação semanal de machos de A. sphaleropa capturados em armadilha Delta contendo o feromônio sexual sintético (Z11,13-14Ac + Z11,13-14Al + Z11-14Al na proporção 4:4:1, impregnada em liberadores de borracha na dose de 1.000µg/septo, durante a safra 2003-2004, foram observados quatro picos populacionais na cultura da videira cultivar Cabernet Sauvignon. O primeiro pico populacional ocorreu no início do mês de outubro, o segundo no início de fevereiro, o terceiro teve o acme em meados do mês de março e o quarto no mês de junho. A temperatura média diária e a precipitação pluviométrica não exerceram influência sobre a captura dos insetos nas armadilhas. As informações deste trabalho permitem direcionar as táticas de controle para os períodos em que a população do inseto é mais elevada nos parreirais.The South American Tortricid Moth (Meyrick, 1909 (Lepidoptera: Tortricidae is often found damaging vineyards and other temperate fruit orchards, in Southern Brazil and Uruguay. This work was conducted to study the seasonal occurrence of A. sphaleropa adults in vineyards using sexual synthetic pheromone. Based on weekly evaluation of A. sphaleropa adults caught in Delta trap baited with synthetic sexual pheromone (Z11, 13-14Ac + Z11, 13-14Al + Z11-14Al in a ratio of 4:4:1, 1000µg/septum, during 2003/2004 season, it was observed four populational peaks in a Cabernet Sauvignon vineyard. The first populational peak occurred in the beginning of October, the second in the beginning of February, the third occurred in middle of March and the forth in June

  16. Estimação da área foliar da “jitirana” (Merremia aegyptia (l. Urban, através de modelos de regressão para Mossoró - RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. P. Assis

    2015-12-01

    Full Text Available A mensuração da área foliar é requerida em vários estudos agronômicos, ecológicos e biológicos de uma maneira geral. O objetivo deste trabalho foi obter equações de regressões lineares e não lineares que estimem a área foliar real da espécie jitirana, em função das dimensões do comprimento ao longo da nervura principal (C e largura máxima (L. Para isso 200 limbos foliares foram coletados em ecossistemas de ocorrência natural desta espécie vegetal, na região de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte, limpas e acondicionadas em caixa de isopor e medidas imediatamente, inclusive sua área real através do Integrador de Área foliar. Considerando a parcimônia do modelo, o coeficiente de determinação e a significância do teste F da análise de variância a 3 % de probabilidade, as melhores equações para estimação da área foliar da jitirana em ordem de importância foram: modelo linear simples passando pela origem em função do produto do comprimento com a largura da folha; linear simples em função do comprimento; linear simples em função da largura; e o modelo de regressão linear múltipla, modelada em função do comprimento e largura simultaneamente. Onde Merremia aegyptia apresentou valores médios de comprimento das folhas, largura e área foliar real iguais a 13,5 cm, 28,8 cm e 202,38 cm2, respectivamente. 95% da área foliar de 200 limbos está relacionada com folhas de tamanho variando de 133,3 cm2 a 299,0 cm2. Estimation of leaf area “scarlet starglory” (Merremia aegyptia (l. Urban through regression modelsABSTRACT - The measurement of leaf area is required in several agronomic studies, ecological and biological processes in general. The objective of this study was to obtain equations of linear and nonlinear regressions to estimate the real leaf area of Scarlet Starglory, depending on the dimensions of length along the main vein (C and width (L. For this 200 leaves were collected in areas of

  17. Adubação foliar de boro em diferentes estádios fenológicos da cultura do amendoim

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Machado Mantovani

    2013-04-01

    Full Text Available A adubação boratada foliar, na cultura do amendoim, pode ser uma estratégia viável para fornecimento desse elemento à planta; porém, são poucos os conhecimentos sobre dosagens, épocas e efeitos de parcelamento das doses. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características de produção e a composição mineral foliar em diferentes doses, épocas de aplicação e parcelamentos da adubação boratada. O experimento foi conduzido na safra de verão 2010/2011, em Latossolo Vermelho distroférrico, em Rubiácea (SP. Foram estudadas as doses de zero; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kg ha-1 de boro (B, aplicadas por via foliar, utilizando-se como fonte o ácido bórico. Os efeitos da adubação boratada foram testados em doses únicas nos estádios V1 ou R5, além do parcelamento da dose de 1,0 kg ha-1 (0,5 kg ha-1 em V1 e R5, de 1,5 (0,75 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5 e de 2,0 kg ha-1 (1,0 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1, R3 e R5. O aumento na produtividade de amendoim em casca ocorreu apenas com a dose de 1,5 kg ha-1, parcelada em três aplicações de 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5. A utilização de 2,0 kg ha-1 de B foliar no amendoim causou efeito depressivo na produtividade, rendimento e número de vagens por planta.

  18. Modelos de determinação não-destrutiva da área foliar em girassol Models for estimating leaf area in sunflower

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Carlos Maldaner

    2009-08-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram obter e testar modelos matemáticos de estimativa da área do limbo foliar em função das suas dimensões lineares para o girassol. Foram conduzidos dois experimentos na área experimental do departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria. As plantas de girassol foram coletadas a partir dos 27 dias após emergência (DAE. A área foliar (AF foi determinada pelo método dos discos. Ajustaram-se modelos lineares, quadráticos, cúbicos e potenciais entre área foliar e comprimento ou largura e seus produtos (comprimento*largura, sendo eliminados os que apresentaram coeficiente de determinação menor do que 0,90. A estatística utilizada para avaliar o desempenho dos modelos foi a raiz do quadrado médio do erro (RQME. Os modelos que melhor se ajustaram aos dados foram: potência, quadrático e cúbico, considerando a largura como variável independente. A área foliar de girassol pode ser estimada com o modelo potência, por ser o mais preciso, e a largura da folha.The objective of this study was to obtain and to numerical models to estimate the leaf area in function leaves linear dimension in sunflower. Two experiments were conducted at the experimental area of the Plant Science Department of the Federal University of Santa Maria, Santa Maria, RS, Brazil. Plants of sunflower were collected starting 27 days after emergency (DAE. The disks method was used to determine the leaf area (LA. Leaves were dried in oven at 65°C until constant weight. Linear, quadratic, cubic and power models between leaf area and length or width, and the product (length * width, were fitted. Models that apresented coefficient of determination lower than 0.90 were not selected. The statistic used to evaluate the performance of the models was the root mean square error (RQME. Models that had the best fit were power, quadratic and cubic using blade width as the independent variable. Leaf area in sunflower can be

  19. Dinâmica da dormência de gemas de videira e quivizeiro em região de baixa ocorrência de frio Dormancy dynamics of grape and kiwi tree buds in a region of low chill occurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Biasi

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi determinar a dinâmica da dormência de gemas de videira cv. Niagara Branca e de quivizeiro cv. Bruno, em região de baixa ocorrência de frio. Os experimentos foram realizados nos anos de 2007 e 2008, com coletas de ramos a cada duas semanas, em pomares localizados em Pinhais-PR. Na última coleta, um grupo adicional de ramos foi coletado e mantido em refrigerador a temperatura de 4 a 7º C, por 1.440 horas. A avaliação da dormência foi realizada por meio do teste biológico de estacas de nós isolados em sala de crescimento, à temperatura de 25º C e fotoperíodo de 16 horas. Foi realizada a quantificação de horas de frio (HF e de unidades de frio (UF ocorridas na região. As duas espécies foram avaliadas como experimentos distintos. O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado, com doze tratamentos em 2007 e onze tratamentos em 2008, ambos com quatro repetições e dez estacas por unidade experimental. A endodormência de gemas de quivizeiro 'Bruno' instala-se a partir de abril e atinge maior intensidade do final de maio à segunda metade de junho. A saída da endodormência pode ocorrer naturalmente até o fim de agosto, mas com variações entre os anos. A endodormência de gemas de videira 'Niagara Branca' instala-se em abril e mantém-se intensa até maio. A saída natural da endodormência ocorre da metade de agosto ao início de setembro.The objective of this work was to evaluate the dormancy dynamic of 'Niagara Branca' grape and 'Bruno' kiwi tree buds in a region of low chill occurrence. The experiments were carried out in 2007 and 2008 through cut branches every two weeks in orchards in Pinhais-PR. In the last date, an additional group of stems was collected and maintained in a refrigerator at temperature of 4 to 7º C by 1440 hours. The evaluation of dormancy was observed by the biological test of single node cuttings into a growth room with temperature of 25º C and

  20. Effect of foliar application of a protein hydrolysate in the productivity of broccoli cultivars. = Efeito da aplicação foliar de hidrolisado protéico sob a produtividade de cultivares de brócolis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelle Michelotti Bettoni

    2013-08-01

    Full Text Available - The broccoli (Brassica oleracea var. Italica is a Brassica vegetable grown in various regions of the world and is characteristic of small properties with potential for organic crops. However, surveys that provide products that meet organic legislation, biofertilizers as the basis of protein hydrolysates are necessary for legal purposes. The objective of this study was to evaluate the effect of protein hydrolysate containing amino acids on the production of two cultivars of broccoli grown in organic cropping system. The treatments were arranged in a completely randomized factorial 2 x 4 with four replicates, two cultivars (Belstar and Fiesta and four treatments: control and foliar application of solutions with the following concentrations of protein hydrolysate: 2 mL L -1, 4 mL L-1, 8 mL L-1. The applications were made weekly beginning and ending at 7 to 63 days after transplant (DAT and evaluated the following characteristics at harvest (75 DAT: fresh mass per head (FMH, dry mass per head (DMH, head diameter (HD and estimated average production (EAP. The use of hydrolyzed in 8 mL L-1dose resulted in higher fresh and dry mass, head diameter and yield of broccoli in organic cropping system. = - O brócolis (Brassica oleracea var. italica é uma hortaliça da família das Brássicas cultivado em diversas regiões do mundo, característico de pequenas propriedades, com potencial para cultivos orgânicos, porém é necessário que sejam realizadas pesquisas que disponibilizem produtos que atendam a legislação orgânica, como biofertilizantes a base de hidrolisados protéicos. Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da aplicação de hidrolisado protéico contendo aminoácidos na produção de duas cultivares de brócolis, em sistema de cultivo orgânico. Os tratamentos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições, sendo duas cultivares (Belstar e Fiesta e quatro tratamentos

  1. Modelo para determinção da área foliar de Kalanchoe blossfeldiana Poelln Model for leaf area determination in Kalanchoe blossfeldiana Poelln

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Xavier Peiter

    2006-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo a verificação de um procedimento matemático que permita a descrição do crescimento foliar de Kalanchoe (Kalanchoe blossfeldiana Poelln. e possa prever a sua área foliar fotossinteticamente ativa a partir de medidas não destrutivas de folhas. As mudas de Kalanchoe Cv. "Gold Jewel" foram cultivadas para o procedimento experimental em vasos irrigados com doses recomendadas para a cultura. Semanalmente, foram retirados três vasos da estufa e as plantas tiveram suas folhas cortadas, identificadas e submetidas a tomadas de medidas de sua posição na planta, do máximo comprimento longitudinal e do máximo comprimento transversal. Foram realizadas um total de nove coletas semanalmente, desde 04/04/2003 até o início da floração. Em cada coleta, três plantas eram amostradas e a área foliar calculada com a utilização do método de Gauss (GARCIA & PIEDADE, 1944 implementado em Visual Basic especificamente para este objetivo. Foram amostradas um total de 979 folhas e a verificação da possibilidade de uso de um fator de correção médio (FCM para o cálculo da área de uma folha, independentemente de sua posição na planta ou fase do ciclo de crescimento, foi averiguada por análise de regressão entre os valores obtidos pelo método padrão (Gauss e os valores estimados pelo método do FCM. Os resultados experimentais indicam que o valor FCM=1,1134 pode ser utilizado para estimar a área foliar pela multiplicação pelos valores de comprimento e largura de folha em qualquer fase do cultivo e sem qualquer posição da folha na planta.This research was aimed at versifying a mathematical procedure that allows the description of leaf of Kalanchoe (Kalanchoe blossfeldiana Poelln. and the estimation of its photosynthetically active leaf area starting from a non destructive leaf determination. Seedlings of Kalanchoe cv Gold Jewel were cultivated in irrigated vases with recommended doses for the culture

  2. Irrigação deficitária em videira de vinho cv. Syrah durante o período chuvoso no semiárido

    OpenAIRE

    Correia, Joselina de Souza [UNESP

    2012-01-01

    As disponibilidades de radiação solar e de água para irrigação contribuem para a produção de uvas ao longo do ano no Vale do Submédio São Francisco. Diante da expansão da vitivinicultura nesta região, a demanda por pesquisas em relação ao manejo adequado e prático da videira para a região semiárida brasileira tem aumentado. Desta forma, o presente trabalho teve o objetivo de avaliar a influência de estratégias de irrigação na cultura da videira de vinho, e suas possíveis influências na produt...

  3. Avaliação da biomassa foliar de morangueiro hidropônico em diferentes ambientes protegidos Leaf biomass evaluation of hydroponic strawberry in greenhouses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilson Costa

    2008-12-01

    Full Text Available Realizaram-se experimentos na Faculdade de Engenharia Agrícola na Universidade Estadual de Campinas, utilizando quatro cultivares de morangueiro [Fragaria x ananassa (Weston Duchesne ex Rozier], quatro sistemas de produção hidropônica (canal de 100mm, canal de 150mm, canal de 150mm, com vaso contendo fibra de coco e tubo vertical contendo casca de arroz carbonizada e três ambientes protegidos (casa-de-vegetação sem resfriamento evaporativo do ar e sem injeção aérea de CO2, casa-de-vegetação com injeção aérea de CO2 e sem resfriamento evaporativo do ar e casa-de-vegetação com injeção aérea de CO2 e resfriamento evaporativo do ar. Foram avaliados os parâmetros foliares massa fresca foliar (MFF e massa seca foliar (MSF em gramas e área foliar (AF em mm², correlacionando à biomassa da planta. O melhor sistema foi o de canais de 150mm com vaso contendo fibra de coco. O melhor ambiente foi o de resfriamento evaporativo do ar e injeção aérea de CO2.Analyses were made in the experimental field of the Agricultural Engineering College at State University of Campinas (Unicamp. Four varieties of strawberry [Fragaria x ananassa (Weston Duchesne ex Rozier] were tested in four hydroponics production systems (100mm and 150mm channels and 150mm channel with a vase containing coconut fiber and a vertical pipe containing carbonized rice rusk. Three greenhouses were tested: i a greenhouse without air evaporative cooling nor CO2 aerial injection, ii a greenhouse with CO2 aerial injection and without air evaporative cooling and iii a greenhouse with CO2 aerial injection and air evaporative cooling. It was analyzed the leaf fresh (MFF and dry mass in gram (MSF and the leaf area in mm² (AF. The best hydroponics system was 150mm channel with a vase containing coconut fiber. The best environment condition was the one with air evaporative cooling and aerial injection of CO2.

  4. Micromorfologia foliar na análise da fitotoxidez por glyphosate em Eucalyptus grandis Leaf micromorphology in the analysis of glyphosate toxicity in Eucalyptus grandis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.D. Tuffi Santos

    2009-01-01

    Full Text Available Foram avaliados os efeitos da deriva de formulações comerciais de glyphosate sobre a superfície foliar e o crescimento de clones de eucalipto. Mudas de seis clones foram submetidas a 129,6 g ha-1 de glyphosate das formulações comerciais Scout®, Roundup NA®, Roundup transorb® e Zapp QI®. Entre os clones não foram identificadas diferenças quanto à tolerância ao glyphosate. Plantas expostas à deriva simulada de Roundup transorb® e Zapp QI® apresentaram, respectivamente, a maior e menor porcentagem de intoxicação. Observou-se menor massa seca em plantas expostas ao glyphosate, independentemente da formulação, e menor altura naquelas expostas ao Scout® e ao Roundup transorb®. As características quantitativas da superfície foliar não foram afetadas pelo glyphosate. As alterações micromorfológicas ocorreram na ausência de danos visíveis e foram observadas em ambas as faces da epiderme, em todos os clones avaliados. Danos como erosão e aspecto amorfo das ceras epicuticulares e infestação por hifas fúngicas ocorreram, independentemente da formulação utilizada. A avaliação anatômica da superfície foliar foi relevante para descrição e interpretação dos danos causados pelo glyphosate. Os dados de crescimento e de intoxicação indicam o Zapp QI® como a formulação de menor risco para a cultura do eucalipto quanto aos efeitos indesejáveis da deriva.The effects of commercial glyphosate drift on the leaf surface and growth of eucalypt clones were evaluated. Seedlings of six clones were submitted to 129.6 g ha-1 sub-rate of commercial glyphosate formulations Scout®, Roundup NA®, Roundup transorb® and Zapp QI®. No differences in tolerance to glyphosate were observed among the clones. Plants exposed to simulated drift of Roundup transorb® and Zapp QI® presented the highest and lowest intoxication percentages, respectively. Plants exposed to glyphosate reduced dry biomass, regardless of the formulation, and also

  5. Glyphosate e adubação foliar com manganês na cultura da soja transgênica Glyphosate and foliar fertilization using manganese in transgenic soybean crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.M. Correia

    2009-01-01

    Full Text Available Com base na hipótese de que a soja transgênica tolerante ao glyphosate necessitaria da adição complementar de manganês devido a alterações na absorção e no metabolismo do elemento pelas plantas, objetivou-se estudar a interação da soja transgênica pulverizada com glyphosate e a adubação foliar com manganês. Foi desenvolvido experimento em campo, no ano agrícola 2007/2008, na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Produção da UNESP, campus de Jaboticabal, SP. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, no esquema fatorial 4 x 4, com quatro repetições. Foram avaliados quatro manejos de plantas daninhas [glyphosate (p.c. Roundup Ready a 0,72 e 1,20 kg ha-1 de equivalente ácido, fluazifop-p-butyl + fomesafen (p.c. Fusiflex a 0,25 + 0,25 kg ha-1 e testemunha capinada, sem herbicida] e quatro doses (0, 42, 84 e 126 g ha-1 de manganês em aplicação foliar na soja. Os tratamentos estudados não alteraram significativamente a produtividade de grãos, os teores de manganês no solo, a altura e a matéria seca das plantas de soja. Apenas a mistura fluazifop-p-butyl mais fomesafen ocasionou injúrias visuais nas plantas, porém os sintomas ficaram restritos às folhas que interceptaram o jato de pulverização. Para massa de 100 grãos, os herbicidas estudados não diferiram da testemunha; no entanto, as plantas tratadas com 0,72 kg ha-1 de glyphosate apresentaram menor massa de grãos. A aplicação de manganês não influenciou os teores do elemento nas plantas tratadas com glyphosate e naquelas sem herbicida. Portanto, o glyphosate não prejudicou a absorção ou o metabolismo do manganês pela planta, e o crescimento e desenvolvimento das plantas tratadas foram estatisticamente similares aos das não tratadas com herbicidas.Based on the hypothesis that glyphosate-tolerant transgenic soybean would need a manganese complementation due to alterations in the absorption and metabolism of this element by the plants, this work aimed to

  6. Severidade de doenças e manutenção da área foliar verde em função da aplicação de micronutrientes e fungicidas em trigo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuvan Lenz

    2011-06-01

    Full Text Available Na safra agrícola de 2007 foi instalado um experimento com a cultura do trigo com o objetivo de avaliar a influência do zinco, manganês e molibdênio aplicados juntamente com fungicidas sobre a severidade de doenças e duração da área foliar verde. As aplicações dos fungicidas foram realizadas no final do emborrachamento e no florescimento, e a de micronutrientes, somente no florescimento. Foram analisados os teores de micronutrientes nas folhas, severidade das doenças causadas por Drechslera tritici-repentis eSeptoria tritici, índice SPAD (Soil Plant Analysis Development, peso hectolítrico, peso de mil grãos, tamanho de espigas, e rendimento de grãos. O uso do epoxiconazol + piraclostrobina proporcionou o melhor controle de D. tritici-repentis e de S. tritici. Produtos com epoxiconazol e piraclostrobina atuaram na fisiologia da planta, incrementando os teores de micronutrientes nos tecidos e prolongando o tempo que o trigo permaneceu com área foliar fotossinteticamente ativa. Epoxiconazol + piraclostrobina, piraclostrobina e epoxiconazol pulverizados associados ou não a micronutrientes, propiciaram aumento do peso hectolítrico, peso de mil grãos e rendimento, quando comparados à testemunha.

  7. Produtividade e composição de uva e de vinho de videiras consorciadas com plantas de cobertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovani Zalamena

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de plantas de cobertura verde sobre a produtividade das videiras e sobre a composição da uva e do vinho. Durante duas safras, foram feitas avaliações de três tipos de consórcio, dois manejos das coberturas e de um tratamento controle, com plantas espontâneas controladas por herbicidas e roçagem. Utilizou-se vinhedo de uvas 'Cabernet Sauvignon', localizado a 1.130 m de altitude, em um Cambissolo Húmico distrófico, em São Joaquim, SC. Os consórcios foram realizados com a sucessão de cultivos anuais de moha (Setaria italica com azevém (Lolium multiflorum e de trigo mourisco (Fagopyrum esculentum com aveia‑branca (Avena sativa, bem como com a planta perene festuca (Fetusca sp.. Os manejos consistiram da transferência ou não do resíduo cultural da linha para a entrelinha. As videiras apresentaram maior produtividade de uva no consórcio com as plantas anuais, em comparação ao tratamento controle, ou com a planta perene festuca. O manejo da cobertura verde não teve influência sobre as variáveis avaliadas. Os consórcios não influenciaram de forma consistente os teores de N da uva nem a composição do mosto, embora, na última safra, o teor de sólidos solúveis totais do mosto tenha sido maior nos tratamentos com consórcio, em comparação ao controle. Além disso, as videiras consorciadas com festuca podem proporcionar vinho com maior teor de antocianinas e polifenóis totais.

  8. Videira 'Syrah' sobre diferentes porta-enxertos em ciclo de inverno no sul de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Alcântara Novelli Dias

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de porta-enxertos sobre as características agronômicas, ecofisiológicas e qualitativas da videira 'Syrah' manejada por meio da técnica da dupla poda. As videiras foram enxertadas nos porta-enxertos 'SO4', '110 Richter' e '1103 Paulsen', e sustentadas em sistema espaldeira sem irrigação. Foram avaliadas as características ecofisiológicas, de produção e de composição físico-química das bagas maduras em três safras (2007, 2008 e 2010. Os porta-enxertos não exerceram influência sobre o potencial hídrico de base, que apresentou valores próximos a -0,2 MPa, o que indica que não houve restrição hídrica no solo ao final da maturação (junho. Também não houve diferença significativa quanto à produção. O porta-enxerto '1103 Paulsen' conferiu menor vigor, menor taxa fotossintética e melhores resultados de maturação, para as safras com menores precipitações. Os porta-enxertos '110 Richter' e 'SO4' apresentaram maior vigor nas condições meteorológicas de 2010 e as maiores taxas fotossintéticas para o mesmo período. As condições meteorológicas tiveram efeito significativo na maturação tecnológica e fenólica, com os melhores resultados para os anos mais secos. O porta-enxerto '1103 Paulsen' fornece melhor equilíbrio entre vigor e produção, o que aumenta a qualidade da uva.

  9. Estimativa da área foliar de meloeiro em estádios fenológicos por fotos digitais Estimate of the leaf area of melon plant in growing stages for digital photos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidinei José Lopes

    2007-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a precisão do método de fotos digitais na estimativa da área foliar de meloeiro e encontrar modelos matemáticos de estimativa da área foliar em função de medidas lineares da folha para diferentes estádios fenológicos. Foram fotografadas todas as folhas ímpares de 8 plantas após transplante definitivo, através de câmera fotográfica digital, resultando, durante todo o ciclo da cultura, em 4.188 fotos, das quais mediu-se a área foliar, o comprimento e a largura da folha, por meio do software Sigma Scan Pro v. 5.0, Jandel Scientific. Para verificar a precisão do método de fotos digitais, retirou-se uma amostra de 40 folhas, de onde foram obtidas a área foliar através do método padrão de discos foliares e pelo método de fotos. Foi encontrada uma correlação de 0,99 entre o método padrão (discos e o de fotos. O método de fotos digitais pode ser utilizado para estimar a área foliar da cultura de meloeiro, e a estimativa da área foliar de meloeiro por estádio fenológico apresenta maior precisão, sendo a maior variabilidade na estimativa da área da folha observada no período reprodutivo. A largura máxima da folha de meloeiro é a medida linear que melhor estima a área foliar.This experiment was aimed at evaluating the precision of digital photos in estimating the leaf area of watermelon plants and to find mathematical models that estimates leaf area as a function of leaf linear measurements at different growth stages. All odd leaves of eight plants were photographed after being established on the field using a digital camera that resulted in 4,188 photos in which length and width were measured using a Sigma Scan Pro v. 5.0 Jandel Scientific software. In order to estimate the precision of the digital photos method, a sample consisting of 40 leaves was taken and leaf area measured using the standard leaf disks and the photo method. A 0.99 correlation coefficient was detected between

  10. Dimensões lineares da folha e seu uso na determinação do perfil vertical foliar de gladíolo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Teixeira Schwab

    2014-06-01

    Full Text Available O gladíolo, importante flor de corte, é uma planta herbácea e suas folhas apresentam formato de lança. Os objetivos do trabalho foram determinar um modelo matemático empírico que melhor estima a área da folha do gladíolo a partir de dimensões lineares e aplicar o modelo matemático para determinar o perfil vertical da área das folhas de diferentes posições na planta. Para isso foi realizado um experimento de campo em Santa Maria com quatro cultivares de gladíolo (Peter Pears, Rose Friendship, Jester e Amsterdã, sendo coletadas 50 folhas de cada cultivar, das quais mensuraram-se o comprimento (C e a maior largura (L. Em seguida, fotocopiou-se cada folha em um scanner, calculando-se a área individual (AF com auxílio de um software. A relação entre área e as dimensões das folhas foi ajustada no modelo potência e a capacidade preditiva das equações foi avaliada por várias estatísticas. Resultados indicam que o modelo AF = a (C.L é o mais indicado para a estimativa da área foliar em gladíolo, podendo-se utilizar a = 0,644 para as quatro cultivares testadas. As menores folhas estão nas posições basais e apicais e as maiores, na posição intermediária da planta.

  11. Biologia e tabela de vida de fertilidade do pulgão-preto em cultivares de videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléber Antonio Baronio

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a biologia e a tabela de vida de fertilidade do pulgão-preto da videira [Aphis illinoisensis (Hemiptera: Aphididae], em mudas das cultivares de Vitis labrusca Bordô, e de V. vinifera Cabernet Franc, Itália e Moscato Bianco. O experimento foi conduzido em 50 minigaiolas de confinamento, com um inseto em cada gaiola por tratamento, fixadas em mudas de videira mantidas em câmara de crescimento do tipo fitotron (a 25±1°C, umidade relativa de 75±10% e fotófase de 14 horas. Avaliaram-se diariamente a duração e a viabilidade ninfal, a fecundidade e a longevidade do período reprodutivo da espécie. O pulgão-preto da videira completou o ciclo biológico nas mudas das mencionadas cultivares, com duração da fase de ninfa de 7,9±0,3, 6,8±0,2, 6,2±0,2 e 6,7±0,2 dias, e viabilidade de 58, 82, 98 e 80% para 'Bordô', 'Cabernet Franc', 'Itália' e 'Moscato Bianco', respectivamente. 'Cabernet Franc' e 'Moscato Bianco' foram mais favoráveis ao desenvolvimento do pulgão-preto, com base na tabela de vida de fertilidade, com 51,3 e 55,6 descendentes por fêmea, por geração, respectivamente. 'Bordô' foi a menos adequada ao desenvolvimento do afídeo, com 12,55 descendentes por fêmea, por geração, o que indica resistência do tipo antibiose ou não preferência do inseto pela cultivar.

  12. Aplicação foliar de tratamentos para o controle do míldio e da podridão-de-escamas de bulbos de cebola Foliar spray of treatments in the control of downy mildew and bulb rot in onion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Américo Wordell Filho

    2007-12-01

    Full Text Available Em experimento de campo, avaliou-se o efeito da aplicação foliar de tratamentos para o controle do míldio (Peronospora destructor e da podridão de bulbos (Burkholderia cepacia de cebola: testemunha, clorotalonil/metalaxyl + clorotalonil, fosfito de potássio, fertilizante foliar (03-00-16, N-P-K, calda bordalesa, calda bordalesa/fosfito de potássio, acibenzolar-S-methyl, pulverizados semanalmente; extrato de alga (Ulva fasciata e ulvana, aplicados a cada 7, 14 e 21 dias. Somente a pulverização semanal com fungicidas sintéticos ou com o fertilizante (03-00-16; 400 mL de p.c./100 L foi capaz de reduzir significativamente a severidade do míldio, em 60 ou 23%, respectivamente, em relação à testemunha não pulverizada, sem aumentar o rendimento de bulbos. O tratamento com fertilizantes ricos em potássio resultou em maior incidência da podridão de bulbos armazenados por cinco meses. O conteúdo de açúcares solúveis e incidência da podridão de bulbos de cebola foram correlacionados significativamente (-0,629, p A field experiment was carried out to evaluate the effect of foliar sprays with the following treatments on the downy mildew (Peronospora destructor and bulb rot (Burkholderia cepacia in onions: non-treated control, fungicide chlorotalonil/metalaxyl + chlorotalonil, potassium phosphite, foliar fertilizer (03-00-16, N-P-K, bordeaux mixture, bordeaux mixture/potassium phosphite, acibenzolar-S-methyl weekly applied; extract of alga Ulva fasciata and ulvan sprayed every 7, 14 and 21 days. Only the weekly spraying of fungicides and fertilizer (03-00-16, 400 mL/100 L significantly reduced the mildew severity by 60 and 23%, respectively, but did not increase the bulb yield. The foliar application of potassium rich fertilizers resulted in a higher incidence of rotten bulbs after 5 months in storage. Soluble sugar content and rot incidence of onion bulbs were significantly correlated (-0,629, p < 0,05.

  13. Avaliação do estado nutricional da videira 'Itália' na região de São Miguel Arcanjo-SP, utilizando o sistema integrado de diagnose e recomendação Evaluation of the nutritional condition of Italia grapevine in the region of São Miguel Arcanjo-SP, using the diagnosis and recommendation integrated system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurilo Monteiro Terra

    2007-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o estado nutricional da videira cultivar Itália na região de São Miguel Arcanjo, Estado de São Paulo, Brasil, utilizando o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS, foram selecionados 20 vinhedos em produção, com práticas culturais semelhantes. Amostras de limbo e pecíolo foram coletadas em três estádios de desenvolvimento da videira: florescimento, frutos entre ervilha e meia-baga, e início de maturação dos frutos. As amostras de limbo e pecíolo foram analisadas para macronutrientes. A população de referência usada no cálculo das normas DRIS foi à dos vinhedos com produtividade média entre 20,70 e 36,30t/ha. O Índice de Balanço Nutricional (IBN e a seqüência de deficiência a excesso dos nutrientes foram calculadas para cada vinhedo, nas três épocas de amostragem, para limbo e pecíolo. Nessa avaliação, concluiu-se que o DRIS se mostrou um bom método para avaliação do estado nutricional da videira 'Itália'. De vinte vinhedos avaliados, onze foram considerados em equilíbrio nutricional. Correlações entre IBN e produtividade indicaram que o melhor órgão foi o limbo, e o florescimento a melhor época de amostragem. O DRIS permitiu determinar os vinhedos que, em geral, apresentavam deficiência de fósforo, potássio e magnésio.This work aimed to evaluate nutritional condition of Italia grapevine in the region centered in São Miguel Arcanjo, SP, Brazil. It was used the Diagnosis and Recommendation Integrated System (DRIS. Twenty bearing vineyards in that region using similar cultural practices were nutritionally surveyed. Leaf blade and petiole samples were taken at three developing phases of grapevine plants: at bloom, in fruits between pea and have-berry and at the beginning of fruit maturation. Leaf blade and petiole samples were analyzed for macronutrients. The reference population used in the calculation of DRIS norms was that of vineyards with average yield between

  14. Redução da área foliar e o rendimento do pepino japonês Leaf area reduction and the yield of the japanese cucumber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Shigueaki Nomura

    2000-06-01

    Full Text Available Para verificar o efeito da redução da área foliar sobre a produção e qualidade dos frutos de pepino japonês (híbrido Hokuho nº 2, enxertado sobre abóbora 'Excite Ikky' cultivado em ambiente protegido, foram avaliados seis tratamentos com cinco repetições e cinco plantas por parcela, no delineamento experimental em blocos ao acaso. O tratamento 1 foi constituído por plantas com crescimento livre; no tratamento 2 (padrão as plantas foram conduzidas com desbrotas nos ramos laterais; no tratamento 3 as plantas foram conduzidas semelhante ao padrão, mas com eliminação de frutos tortos ainda jovens (In order to verify the defoliation effect on yield and quality of japanese cucumber ('Hokuho' grafted over 'Excite Ikky' squash under protected cultivation, five replicates of five plants per plot were used to evaluate six treatments in a randomized block design. Treatment 1 consisted of free growth plants; treatment 2 (standard of disprouted plants; treatment 3, young curved fruits (<5 cm removed; treatments 4, 5 and 6, plants removing 25%, 50% and 75% of their leaves, respectively. There were no differences in plant height, but plants of treatments 5 and 6 had greater number of nodes per plant, although they were smaller and less vigorous, presenting a smaller number of sproutings. Despite having plants with higher total yield, in treatment 1, most of them were curved and the harvest was more difficult. Plants of treatment 3 had a greater commercial yield, because all the young curved fruits were removed and the plants compensated their yield, producing other fruits with better quality and plants had better sprouting. The higher the defoliation level the greater was the yield reduction.

  15. Water relations of field-grown grapevines in the São Francisco Valley, Brazil, under different rootstocks and irrigation strategies Relações hídricas de videiras cultivadas no Vale do São Francisco sob diferente porta-enxertos e estratégias de irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Rita de Souza

    2009-08-01

    Vale do São Francisco, nova região produtora de vinhos no Brasil. Como a qualidade da uva depende do estado hídrico da videira, o conhecimento dos efeitos do porta-enxerto e do manejo de irrigação sobre as relações hídricas da videira é essencial para otimizar a produção e qualidade da uva. Sendo assim, avaliou-se a influência de porta-enxertos e estratégias de irrigação sobre as relações hídricas e o vigor vegetativo de videiras cultivadas em Petrolina, PE. Duas variedades copa, 'Moscato Canelli' e 'Syrah', enxertadas sobre IAC 572 e 1103 Paulsen foram submetidas a duas estratégias de irrigação: irrigação com deficit, na qual a irrigação foi suspensa após o início da maturação; e irrigação parcial das raízes, em que a água foi aplicada (100% da evapotranspiração da cultura após o pegamento dos frutos, em apenas metade do sistema radicular, alternando os lados periodicamente (24 dias. Em geral, todos os tratamentos apresentaram valores de potencial hídrico foliar de base superiores a -0,2 MPa, indicando ausência de estresse hídrico. O estado hídrico da videira foi mais afetado pela porta-enxerto que pelos tratamentos hídricos. Os dois cultivares enxertadas sobre o IAC 572 apresentaram os maiores valores de potencial hídrico foliar, medido ao meio dia, e de potencial hídrico do caule, medido em folhas 1 hora após o acondicionamento em saco plástico e papel alumínio. Nos dois cultivares, a condutância estomática (g s, transpiração (E e índice de área foliar (IAF foram mais afetados pelos porta-enxertos que pelos tratamentos de irrigação. Os cultivares enxertados sobre IAC 572 apresentaram maiores g s, E e IAF em relação às enxertadas sobre o 1103 Paulsen. O elevado vigor vegetativo das cultivares foi provavelmente devido ao efeito do IAC 572 sobre a condutividade hidráulica das folhas e à maior absorção de água pelo sistema radicular deste porta-enxerto.

  16. Nota científica: métodos para estimativa da area foliar de plantas daninhas: 2: Wissadula subpeltata (Kuntze Fries Methods for estimation of leaf area of weeds: 2: Wissadula subpeltata (Kuntze Fries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Bianco

    1983-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de obter uma equação que, através de parâmetros lineares dimensionais das folhas, permitisse estimar a área foliar de Wissadula subpeltata (Kuntze Fries, estudaram- se correlações entre a área foliar real e o comprimento da folha ao longo da nervura principal (C , largura máxi ma da folha (L , comprimento do espaço entre o ponto de inserção do pecíolo na folha até a primeira ramificação da nervura principal (CE, L + C, L x C e L x CE. Todas as equações, geométricas ou lineares simples, permitiram boas estimativas da área foliar . Do pont o de vista prático, sugere- se optar pela equação linear simples envolvendo o produto C x L, considerando o coeficiente linear igual a zero. Deste modo, a estimativa da área foliar de W. subpeltata pode ser feita pel a fórmula Y = 0, 85 49 (C x L, ou seja 85 ,49% do produto entre o comprimento da nervura principal e a largura máxima da folha.In order to final an equation that make poss ible to estimate the leaf area of Wissadula usbpeltata (Kuntze Fries , were studied correlations between truelea far ea (Y and the lea flenght in the mid rib direct ion (C, maximum leaf width (L , lenght of the segment between the petiole insert ion point in the leaf and the first rami fication of leaf mid rib (CE, L + C, L x C and L x CE. Al l equations, geometric and simple linear, permited good lea fare a estimatives. It is suggested to decid e for simple linear equations envolving the C x L, considering zero the linear coefficient. Thus , the leaf area of W. subpeltata can be estimated by the equation Y = 0.8549 (C x L, or else 85,49% of the multiplication between the leaf lenght in the mid rib direction and the maximum leaf width.

  17. Índice de área foliar, spad e massa de matéria seca do feijoeiro comum em função dos bioestimulantes, NPK e micronutrientes em Vitória da Conquista – BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Nogueira dos Anjos

    2017-04-01

    Full Text Available A cultura do feijão apresenta grande importância econômica e social no Brasil e estudos sobre a função dos bioestimulantes associados a diferentes adubações nessa cultura ainda são incipientes. Desse modo, objetivou-se com este trabalho avaliar a influência do uso de bioestimulantes e suas interações com as adubações de NPK e micronutrientes no índice SPAD, índice de área foliar e a massa de matéria seca do feijoeiro da cultivar de feijão Pérola no município de Vitória da Conquista - BA. O trabalho foi desenvolvido na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e teve o delineamento experimental em blocos casualizados arranjados em três fatores 2x2x4 sendo dois níveis de NPK (ausência e presença, dois níveis de micronutrientes (ausência e presença e os bioestimulantes (ausência, Stimulate, Booster e Biozyme TF. Houve reposta significativa entre a interação dos bioestimulantes e NPK para o índice de área foliar e massa seca da parte aérea, com destaque para os bioestimulantes Booster e Biozyme TF que na ausência do NPK aumentaram o índice de área foliar. O NPK incrementou a massa seca da haste e o índice SPAD do feijoeiro.

  18. Produção e composição química da uva de videiras Cabernet Sauvignon submetidas à adubação nitrogenada Grapes yield and chemistry composition in Cabernet Sauvignon grapevine with nitrogen fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2009-10-01

    Full Text Available A adubação nitrogenada em videiras é realizada para suprir a demanda da planta pelo nutriente. Porém, o nitrogênio (N deve ser usado com prudência porque afeta a produção e a composição química da uva e do seu mosto, nem sempre na mesma direção. O trabalho objetivou avaliar o efeito da aplicação de N na produção de uva, em seus componentes e na composição química do seu mosto. O experimento foi desenvolvido na safra 2004/05, em vinhedo de viníferas Cabernet Sauvignon, na área experimental da Embrapa Uva e Vinho, em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul (RS, sobre NEOSSOLO LITÓLICO. Os tratamentos foram testemunha, 15, 30, 45 e 60kg ha-1 de N aplicados durante o ciclo vegetativo e produtivo. Na maturação, a uva foi colhida, e o seguintes variáveis foram avaliadas: a produção por planta e por hectare, o comprimento e a largura de cachos e a massa de 100 bagas. Foram coletadas bagas de uva, sendo uma parte amassada, e no mosto foram determinados os sólidos solúveis totais, o pH, a acidez total, o ácido tartárico e málico, os polifenóis totais, as antocianinas e o N amoniacal. As bagas restantes foram trituradas, e foi analisado o total de N, P, K, Ca e Mg. Os resultados mostraram que a produção de uva de viníferas Cabernet Sauvignon em solos com teores médios de matéria orgânica é máxima com a aplicação de doses de 15 e 30kg ha-1 de N. A aplicação de N aumenta os teores de N amoniacal no mosto, mas diminui as antocianinas, e aumenta a porcentagem de K nas bagas, o que interfere na cor dos vinhos tintos e na formação de precipitados.Fertilization of grapevines with N is generally accomplished to supply the demand for N. However N should be used with prudence because affect the yield and chemical composition of the grape and your must. The experiment was carried out in 2004/05, to evaluate the effect of N fertilization on the grape yield and on the chemical composition of the grape and must of Cabernet

  19. Dinámica del daño foliar en plántulas de Drimys granadensis (Winteraceae y Clusia multiflora (Clusiaceae en el bosque altoandino de la Cordillera Oriental colombiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Ramos

    2008-09-01

    Full Text Available Además de las estrategias fitoquímicas especializadas, las plantas pueden usar la producción sincrónica de hojas como un método de saciado de patógenos y herbívoros. Con el fin de determinar si las especies del bosque altoandino colombiano Clusia multiflora (Clusiaceae y Drimys granadensis (Winteraceae recurren a la producción sincrónica de hojas para controlar los efectos de la herbivoría y el ataque microbiano, y establecer que relación existe entre el estado de salud, el crecimiento y la mortalidad de plántulas, se evaluó la dinámica del daño foliar sobre diferentes cohortes. Dado que una plántula tolerante a la sombra recientemente emergida no puede suplir los costos fisiológicos de una estrategia especializada, se esperaba una alta sincronía en la producción de hojas en las plántulas más jóvenes, y diferencias en el daño foliar entre cohortes. Se midieron cuatro variables que evaluaban el estado de salud a lo largo del tiempo, en tres cohortes de plántulas: Proporción de hojas predadas, proporción de hojas sanas, proporción de hojas enfermas o con daño puntual y crecimiento. Ambas especies mostraron diferencias significativas entre épocas, en la proporción de hojas sanas; pero no hubo un efecto de la interacción tiempo-cohorte, por lo tanto la producción sincrónica de hojas no fue una estrategia más usada por alguna cohorte en particular. El daño foliar osciló a través del tiempo, lo cual puede ser explicado por los pulsos en la producción de hojas. Sin embargo, ésta estrategia tuvo poca eficiencia para controlar el ataque por patógenos. En general, el comportamiento unificado de todas las variables fue afectado por la cohorte, el tiempo, la especie y todas las diferentes interacciones. La relación entre crecimiento y daño foliar fue condicionado por el clima. La mayor mortalidad se dio durante la estación seca, y un cuarto de las muertes en D. granadensis fueron causadas por la acción conjunta de

  20. Modelo matemático para estimativa da área foliar total de bananeira 'Prata-anã' Esteem method of total leaf area of 'Prata anã' banana tree

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moises Zucoloto

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo para estimar a área foliar total de bananeira, cultivar Prata-Anã, utilizando dimensões lineares da terceira folha, como o comprimento, a largura e o número total de folhas na emissão da inflorescência. As regressões lineares foram determinadas considerando-se a área foliar total de cada planta (AFT como variável dependente e o comprimento (C e a largura (L da terceira folha, o produto de CxL, o número total de folhas por planta (N e o produto de CxLxN como variáveis independentes. O modelo linear que melhor estimou a área foliar total (AFTe da bananeira 'Prata-Anã', ao nível de 5% de significância com R² de 0,89, foi a equação AFTe = 0,5187(CxLxN + 9603,5.The objective of this work was to estimate the total leaf area of banana, cultivar Prata Anã, according to the linear dimensions of the third leaf, such as the length and the width and the total number of leves in the inflorescence emission. The linear regressions were determined considering total leaf area of each plant (AFT such as dependent variable and the length (C and the width (L of the third leaf, the product of CxL, the total number of leaf per plant (N and the product of CxLxN as independent variables. The best linear model that estimated the total leaf area (AFTe of banana 'Prata Anã' at the level of 5% of significance with R² of 0,89 was the equation AFTe = 0.5187 (CxLxN + 9603.5.

  1. Scanning electron microscopy of the leaf epidermis of Merostachys Spreng. (Poaceae: Bambusoideae Microscopia eletrônica de varredura da epiderme foliar de Merostachys Spreng. (Poaceae: Bambusoideae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Doria Maria Saiter Gomes

    2009-06-01

    Full Text Available This study presents data on leaf micromorphology of 13 species of Merostachys Spreng. (Poaceae: Bambusoideae, a neotropical genus with numerous endemic species. Greatest species richness is found in Central and Southern Brazil, with 41 of the 46 species described. Species were collected in the field at the localities: Itatiaia National Park and Tijuca National Park, Rio de Janeiro State; Fontes do Ipiranga State Park, São Paulo state; Santa Teresa, Espírito Santo State and Rio Doce State Park, Minas Gerais State. Dried plant material came from the herbarium at the São Paulo Botany Institute. The presence of prickles, silica bodies and macro hairs may be especially useful in delimiting species.São apresentados dados relativos à micromorfologia foliar de 13 espécies de Merostachys Spreng. (Poaceae:Bambusoideae, um gênero neotropical, com numerosas espécies endêmicas, que tem sua maior diversidade nas regiões central e sul do Brasil, onde ocorrem 41 das 46 espécies descritas. O material coletado foi obtido nas seguintes localidades: Parque Nacional do Itatiaia e Parque Nacional da Tijuca (RJ; Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (SP; Propriedade dos Irmãos Martinelli, Vargem Alta, Santa Teresa (ES e Parque Estadual do Rio Doce (MG. As espécies herborizadas são provenientes do herbário do Instituto de Botânica de São Paulo (SP. Atenção especial é dada à presença de cerdas, corpúsculos silicosos e macropêlos, características que podem ser úteis na delimitação das espécies.

  2. Trocas gasosas em videira sob regime de estresse hídrico. II. fotorrespiração e comportamento varietal Gas exchanges in grapevines under water stress regime. II. photorespiration and varietal behavior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murillo de Albuquerque Regina

    1999-01-01

    Full Text Available Analisou-se a fotorrespiração em folhas de videira (Vitis vinifera L. submetidas a um regime de estresse hídrico, com o objetivo de caracterizar o comportamento de diferentes cultivares. Foram utilizadas plantas de dois anos, enxertadas sobre o porta-enxerto Fercal, plantadas em vasos plásticos e cultivadas em ambiente controlado. A fotorrespiração foi calculada a partir de medidas das trocas gasosas foliares. Os valores absolutos da fotorrespiração variaram pouco entre cultivares e nível de irrigação; já a eficiência da carboxilação e o ponto de compensação ao CO2 foram bastante afetados pelo estresse hídrico, o que revela diferentes níveis de sensibilidade varietal. Foi verificada a ocorrência de inibição não-estomática da fotossíntese, afetando diferencialmente as cultivares analisadas. Destacou-se, ainda, a maior adaptação da Chardonnay às condições de estresse hídrico, em oposição à grande sensibilidade da Sémillon e da Ugni blanc.The photorespiration in grapevines (Vitis vinifera L. leaves subjected to a water stress regime was analysed with the purpose of characterizing the behavior of different cultivars. Two-year old plants were used, grafted on Fercal, planted in plastic pots and cultivated in controlled environment. The photorespiration was calculated from leaf gas exchange measurements taken by means of a portable infrared CO2 analyser (LCA3-ADC, working in an open circuit. The absolute photorespiration values varied little among cultivars and level of irrigation, whereas the carboxylation efficiency and the CO2 compensation point were highly affected by the water stress, thereby evidencing different varietal sensitivity levels. The occurrence of a nonstomatal inhibition of the photosynthesis was verified affecting in a specific way the cultivars analysed. The Chardonnay adapted itself better to the water stress conditions as opposed to the high sensitivity on the part of Sémillon and Ugni blanc.

  3. Efeito da época de estaquia, fitorreguladores e ácido bórico no enraizamento de estacas de porta-enxertos de videira Effect of pruning time, growth regulators and boric acid on rooting of grape rootstock cuttings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Leonel

    1993-05-01

    Full Text Available Estudaram-se as interações entre os ácidos indol-butírico, alfa-naftaleno-acético e bórico no desenvolvimento de raízes em estacas de porta-enxertos de videira (Vitis vinifera L.. As estacas tinham aproximadamente 25 cm de comprimento e, necessariamente, 2 gemas, sendo obtidas em três épocas distintas (janeiro, abril e julho e colocadas para enraizar em bandejas de isopor, tendo vermiculita como substrato, e mantidas sob nebulização. O tratamento constou da imersão de 2,5 cm da base das estacas em soluções, por um tempo de imersão de 1 minuto. Os tratamentos utilizados corresponderam a: 1 .000; 2.000 e 5.000 ppm de IBA; 1.500 e 3.000 ppm de NAA; 150 microgramas/ml de H3BO3; IBA 1.000; 2.000 e 5.000 + H3BO3 150 microgramas/ml e H2O. Avaliaram-se a porcentagem de enraizamento, o número médio de raízes formadas por estaca e o comprimento médio das raízes (mm aos 90 dias após a instalação, no mês de julho. O IBA 2.000 ppm propiciou o enraizamento em 88,87% das estacas, contudo não diferiu estatisticamente da testemunha (H2O-61,10%. A melhor época de coleta de estaca para o enraizamento foi o mês de julho (inverno.The effects of indolebutyric, naphtalen acetic and boric acids were studied on rooting of grape rootstock cuttings. The cuttings were 25 cm long with two buds and were taken in three different times (January, April and July. Rooting was carried out in styrofoam trays with vermiculite as substratum and under intermittent mist. Cuttings were imersed up to 2.5 cm from the base in solutions for one minute. The treatments were: 1,000; 2,000 and 5,000 ppm of IBA; 1,500 and 3,000 ppm of NAA; 150 micrograms/ml H3BO3; IBA 1,000; 2,000 and 5,000 ppm plus H3BO(3150 niicrograins/ml and H2O. Rooting percentage, average number of roots per cutting and average length of roots (mm were evaluated 90 days after planting, in July. IBA at 2,000 ppm was the best treatment with 88.8% of rooted cuttings. The best time for rooting was

  4. Avaliação da nutrição de plantações jovens de eucalipto por análise foliar e métodos não destrutivos Nutrition evaluation in young Eucalyptus plantation by foliar analysis and non-destructive methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla Madeira

    2009-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o crescimento e estado nutritivo de jovens Eucalyptus por análise foliar tradicional (teores de N, P e pigmentos fotossintéticos e com o medidor de clorofila SPAD-502. Efectuou-se uma gestão diferenciada dos resíduos de abate da plantação anterior, com incorporação dos resíduos no solo (I, remoção dos resíduos (R, e distribuição dos resíduos à superfície (S; aplicou-se um fertilizante azotado (IF, RF e SF e introduziuse uma leguminosa do género Lupinus (IL e RL. Não houve diferenças significativas no crescimento entre I, R e S. A aplicação de fertilizante intensificou o crescimento em SF e IF. O teor foliar de N foi no início positivamente afectado pelo Lupinus (IL e RL. Após a primeira aplicação de fertilizante, este teor foi significativamente superior em IF, RF e SF, esbatendo-se a diferença entre tratamentos após as aplicações seguintes; semelhante padrão foi observado para os pigmentos e o SPAD. Os valores de SPAD correlacionaram-se (PThe growth and nutritional state of young Eucalyptus was evaluated by foliar analysis (contents of N, P and photosynthetic pigments and the SPAD-502 chlorophyll meter. An experimental system was used with different harvest residues management, such as incorporation of residues into the soil (I, removal of residues (R, and distribution of residues on the soil surface (S, with N fertiliser application (IF, RF and SF, and with the leguminous Lupinus seeding (IL and RL. No significant differences in growth were found between the I, R and S. Application of fertiliser increased growth in the SF and IF. Initially, foliar N content was positively affected by the leguminous (RL and IL. After the first fertiliser application, a higher N content was observed in the IF, RF and SF, the differences being reduced in the following applications; a similar trend was observed for extracted pigments and SPAD values. Foliar N contents were correlated (P<0.05 with SPAD values. The

  5. Modificação parcial do ambiente de cultivo da videira 'Cabernet Sauvignon' sobre diferentes porta-enxertos: efeito sobre a produção e o teor de sólidos solúveis Crop partially modified environment on different rootstocks of 'Cabernet Sauvignon' grapevine: effect on yield and sugar concentration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Ferreira

    2004-12-01

    Full Text Available Nas regiões onde existe ocorrência de chuvas durante o desenvolvimento e a maturação dos frutos justifica-se a busca de alternativas de cultivo protegido de uvas para vinho visando atenuar esse impacto sobre a qualidade da produção. Um experimento com a cultivar Cabernet Sauvignon sobre os porta-enxertos 'IAC 766', 'IAC 572' e 'Ripária do Traviú',cultura videira foi conduzido em Jundiaí (SP, sob cultivo protegido (cobertura com plástico e laterais abertas, objetivando estudar as alterações microclimáticas ocorridas no ambiente de cultivo do vinhedo e avaliar o impacto dessa prática sobre a produção e o teor de sólidos solúveis, em relação ao cultivo em ambiente a céu aberto. A proteção por polietileno no cultivo da 'Cabernet Sauvignon' diminuiu o nível de radiação solar para 85,4% e aumentou as temperaturas máximas em 1,3 ºC. Nos ambientes analisados separadamente, as maiores produções por planta e teor de sólidos solúveis foram obtidas na 'Cabernet Sauvignon' sobre porta-enxertos 'IAC 766' e 'IAC 572' que superaram o 'Ripária do Traviú'. Na comparação entre os ambientes a céu aberto e parcialmente modificado não foram encontradas diferenças de produção, porém o teor de sólidos solúveis foi superior no ambiente a céu aberto.In the traditional regions of grape growers, where the incidence of rain is concentrated on the stage of fruit development and maturation, the search for improved crop management strategies is justified, aiming at attenuate the impact of it on yield quality. An experiment with grapevine "Cabernet Sauvignon" cultivated on rootstocks IAC 766, IAC 572 and Ripária do Traviú was carried out in Jundiaí, São Paulo State, Brazil, under plastic greenhouse. The search was focused on the microclimate modification in the environment of cultivated grapes from its conduction in partially modified crop cultivation environment (plastic cover with open sides, as well as evaluates the impact on

  6. Estimation of leaf area for greenhouse cucumber by linear measurements under salinity and grafting Estimativa da área foliar do pepino em ambiente protegido por medidas lineares sob salinidade e enxertia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Favaro Blanco

    2005-08-01

    Full Text Available The measurement of leaf area by linear parameters is a useful tool when plants cannot be destroyed for direct measurement. The objectives of this study were to establish equations to estimate the leaf area of greenhouse-cucumber and to evaluate the effects of salinity and grafting on this estimative. Non-grafted cucumber seedlings, cv. 'Hokushin', were transplanted in a greenhouse and were irrigated with water of different salinities (1.0, 3.2 and 5.0 dS m-1. In the second growing period, the same cultivar was grafted on Cucurbita spp. and the plants were irrigated with water of 1.4, 3.0 and 5.3 dS m-1. Leaves of different sizes were collected from both experiments and leaf area was determined by an integrating area meter. Leaf length (L and width (W were also recorded. An equation for estimating the leaf area from L and W was developed for a given salinity level or grafting condition and estimated well the area of leaves collected in the other treatments. The leaf area (LA of cucumber 'Hokushin' could be estimated using the equation LA = 0.88LW - 4.27, for any grafting and salinity conditions.A determinação da área foliar por medidas lineares é uma ferramenta útil quando as plantas não podem ser destruídas para que a medição direta seja realizada. Os objetivos desse trabalho foram definir equações para a estimativa da área foliar do pepino em ambiente protegido e avaliar os efeitos da salinidade e da a enxertia nessa estimativa. Mudas de pepino, cv. 'Hokushin', não enxertadas, foram transplantadas em um ambiente protegido e irrigadas com água de diferentes salinidades (1,0, 3,2 e 5,0 dS m-1. No segundo período de cultivo, a mesma cultivar foi enxertada sobre Cucurbita spp., sendo as plantas irrigadas com água de 1,4, 3,0 e 5,3 dS m-1. Foram coletadas folhas de diferentes tamanhos dos dois cultivos e dos três tratamentos e a área foliar foi determinada por um medidor de área foliar. O comprimento (C e a largura (L da folha

  7. Necessidades hídricas de citros e macieiras a partir da área foliar e da energia solar Water requirements of citrus and apple trees as affected by leaf area and solar energy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Belmont Pereira

    2009-09-01

    Full Text Available A energia solar é a fonte primária para a fotossíntese e a transpiração vegetal para que uma cultura expresse seu potencial produtivo em um dado local. O método proposto neste estudo pretende facilitar o cálculo do volume de água (litros/planta/dia necessário para uma irrigação localizada com o mínimo desperdício possível em pomares cítricos e de macieiras, utilizando-se de dados usualmente disponíveis, tais como área foliar, densidade de fluxo de radiação solar global, saldo de radiação e déficit de saturação de vapor médio diário do ar. Considerando-se que a irrigação localizada consome bem menos água do que o sistema de aspersão, e que a outorga de água para irrigação está cada vez mais limitada, tal estudo vem a ser certamente de grande importância para assegurar a autossustentabilidade da agricultura irrigada, especialmente em regiões áridas e semiáridas. Foram utilizados neste trabalho, para desenvolvimento da metodologia proposta, dados de fluxo de seiva medidos através do método de fluxo de calor, em pomar de lima-ácida-Tahiti com área foliar de 48 e 99 m², bem como em pomar de macieiras com área foliar aproximada de 5; 8; 9; 11; 16 e 21 m². Os resultados obtidos indicaram que a metodologia proposta, baseada na habilidade das plantas em converter energia solar fixada em água transpirada, mostrou-se viável para avaliar a lâmina de irrigação de plantas cítricas e macieiras nas localidades estudadas.Solar energy is the primary source for photosynthesis and transpiration in such a way as to assure the expression of the crop yield potential at a given site. The current methodology aims to ease the calculation of the water amount (liters/plant/day necessary for a localized irrigation scheduling with a minimal loss possible at both citrus and apple trees orchards by means of usual available data, such as leaf area, global solar radiation flux density, net radiation and air daily mean steam

  8. Anelamento e reguladores de crescimento: efeitos sobre as medidas biométricas e qualidade de cachos da videira 'Superior Seedless' Girdling and growth regulators: effects on the biometric measurements and quality of bunches of vine 'Superior Sedless'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Coelho de Souza Leão

    2004-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de se obter maior tamanho de baga, peso médio de cacho e produtividade, os cachos da variedade Superior Seedless foram pulverizados com ácido giberélico (1 + 20 mg.L-1, bioestimulante Crop Set® nas doses de 0,1 e 0,2% e com ou sem anelamento no caule. Esses tratamentos foram aplicados de forma isolada ou combinados entre si. O trabalho foi conduzido durante o período 2001-2002 (dois ciclos de produção, no Campo Experimental de Bebedouro da Embrapa Semi-Árido em Petrolina-PE. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com 12 tratamentos e três repetições, sendo duas plantas por parcela. Não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos nos dois ciclos de produção. Entretanto, quando o ácido giberélico foi associado ao Crop Set® 0,1% e anelamento, observou-se uma tendência de aumento no peso de cachos, bem como no peso e tamanho de bagas na safra de 2001. Os cachos tratados com ácido giberélico apresentaram engaços mais grossos e pesados, embora não se observem diferenças significativas entre os tratamentos. Algumas plantas submetidas ao anelamento apresentaram problemas de cicatrização, o que provocou a morte das mesmas, recomendando-se evitar a realização desta prática nas condições em que se realizou este trabalho.Aiming to increase the berry size, weight of bunches and yield, the bunches of the cv. Superior Seedless was powdered with gibberelic acid (1 + 20 mg.L-1, bio-stimulant Crop Set® in the dosis of 0.1 and 0.2%. In adition was used the treatment known as girdling. Those treatments were applied in an isolated way or combined to each other. The work was carried out during 2001-2002 (two harvest seasons, in the Experimental Station of Bebedouro, Semi-arid Embrapa in Petrolina, Pernambuco State. The experimental design were in randomized blocks with 12 treatments and three replications. The differences among the treatments were not statistical significant in the two

  9. Comportamento produtivo da videira 'Niagara Rosada' em diferentes sistemas de condução, com e sem cobertura plástica, durante as safras de inverno e de verão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Hernandes

    2013-03-01

    Full Text Available Na região de Jundiaí (SP, os produtores de uva de mesa utilizam principalmente a cultivar Niagara Rosada. Atualmente, para aumentar a renda, o viticultor usa algumas alternativas tecnológicas que têm sido preconizadas, como o cultivo em manjedoura na forma de Y, em substituição ao sistema de condução em espaldeira; a poda extemporânea que permite duas safras por ano (de verão e de inverno e o uso de cobertura plástica para a proteção dos cachos contra intempéries e doenças. Portanto, foi desenvolvido um experimento visando a caracterizar a influência do sistema de condução, do uso de cobertura plástica e da poda extemporânea na produção e no tamanho dos cachos de 'Niagara Rosada'. Os resultados obtidos durante as safras de verão (2008 e 2009 e de inverno (2009 e 2010 permitiram verificar que, no sistema de condução em Y, foram obtidas maiores produções e tamanho de cacho em relação ao espaldeira. O uso de cobertura plástica no sistema em Y propiciou aumento de produção devido ao incremento em número e massa dos cachos. Também foi verificado que tanto a produção quanto a massa do cacho foram superiores na safra de verão em comparação à de inverno.

  10. Disponibilidade hídrica, radiação solar e fotossíntese em videiras 'Cabernet Sauvignon' sob cultivo protegido Water supply, solar radiation and photosynthesis in 'Cabernet Sauvignon' grapevines under plastic covering

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clenilso Sehnen Mota

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da cobertura de videira 'Cabernet Sauvignon' com lona plástica translúcida sobre a disponibilidade de luz e água, a concentração foliar de clorofila e a fotossíntese. As plantas com cinco anos de idade foram conduzidas em sistema 'Y' sobre porta-enxerto Paulsen 1103. O experimento seguiu o delineamento em blocos ao acaso, com dois tratamentos (plantas sem e com cobertura plástica e quatro repetições de 15 plantas (unidade experimental. A cobertura plástica reduziu o suprimento às plantas de radiações ultravioleta (UV, azul, verde, vermelho, vermelho distante e total (300-750 nm, bem como a disponibilidade hídrica nas camadas superficiais do solo (0-30 cm. As plantas cobertas apresentaram maior taxa fotossintética máxima e condutância estomática em relação às plantas descobertas. Os pontos de compensação e de saturação de luz, a eficiência quântica aparente, a respiração no escuro, a concentração foliar de clorofilas e o potencial hídrico foliar de base não foram influenciados pelo uso da cobertura plástica. A cobertura plástica reduziu a radiação e a disponibilidade hídrica nas camadas superficiais do solo, porém favoreceu a assimilação foliar de CO2.The objective of this work was to assess the effects of translucent plastic overhead cover on light and water supply of vineyard and leaf chlorophyll content and photosynthesis in grapevines. Five-year-old 'Cabernet Sauvignon' grapevines (Vitis vinifera L. grafted on Paulsen 1103 rootstock and raised as 'Y' management system were used. The experiment followed a randomized block design, with two treatments (uncovered and covered plants and four replicates of 15 plants (experimental unit. The plastic cover reduced the supply of ultraviolet (UV, blue, green, red, far red, and total (300-750 nm radiation to the plants, as well as the water availability at the superficial soil layers (0-30 cm. Covered plants had

  11. Análise de crescimento e anatomia foliar da planta medicinal Ageratum conyzoides L. (Asteraceae cultivada em diferentes substratos Growth analysis and leaf anatomy of the medicinal plant Ageratum conyzoides L. (Asteraceae grown on different substrates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A Millani

    2010-06-01

    Full Text Available Ageratum conyzoides L. (Asteraceae é uma espécie herbácea que ocorre em áreas de cerrado e, por se tratar de planta medicinal, é cultivada em escala familiar. O objetivo deste trabalho foi estudar possíveis alterações no desenvolvimento das plantas quando cultivadas em solos com texturas diferentes (solo de cerrado, franco arenoso ou solo de terra roxa, muito argiloso. Foram analisados aos 40, 70 e 90 dias, o comprimento do caule e da raiz, massa seca da parte aérea (caule e folhas e das raízes, número de folhas e área foliar; além de parâmetros anatômicos foliares, como a densidade de tricomas. Os resultados mostraram que os comprimentos do caule e da raiz aumentaram no decorrer do experimento, independentemente do substrato (com exceção do comprimento da raiz de plantas cultivadas em solo de terra roxa. Porém, o comprimento do caule foi sempre maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado, enquanto o comprimento da raiz foi significativamente maior somente aos 90 dias de cultivo neste solo. As biomassas secas da raiz e do caule também foram maiores nas plantas cultivadas em solo de cerrado por 70 e 90 dias, respectivamente. A massa seca foliar foi maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado a partir dos 70 dias de experimento. Esse aumento foi devido ao maior número de folhas produzidas e a maior área foliar dessas plantas. No geral, a anatomia foliar não diferiu, porém o número de tricomas glandulares foi maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado. Os resultados indicaram que esta espécie tem melhor desenvolvimento quando cultivada em solo mais arenoso.Ageratum conyzoides L. (Asteraceae is a herbaceous species found in cerrado areas and grown in family scale since it is a medicinal plant. The aim of this work was to study possible alterations in the plant development when grown in soils presenting different textures (a sandy-loam cerrado soil, or a very clayish red earth soil. At 40, 70 and 90 days, stem

  12. Efeitos da radiação ultravioleta-B sobre a morfologia foliar de Arabidopsis thaliana (L. Heynh. (Brassicaceae Effects of ultraviolet-B radiation on leaf morphology of Arabidopsis thaliana (L. Heynh. (Brassicaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Regina Torres Boeger

    2006-06-01

    Full Text Available A redução da camada de ozônio resulta no aumento da radiação ultravioleta que atinge a superfície terrestre, especialmente a radiação ultravioletaB (UV-B. O aumento da radiação poderá induzir a mudanças estruturais e fisiológicas nas plantas, influenciando no seu crescimento e desenvolvimento. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da radiação UV-B ambiente sobre a morfologia das folhas de Arabidopsis thaliana desenvolvidas em condições controladas. As sementes de A. thaliana cresceram em câmaras de crescimento, com 300 µmol m-2s-1 de radiação fotossinteticamente ativa (PAR com ou sem 6 kJ m-2 s-1 de radiação UV-Bbe (UV-Bbe; UV-B biologicamente efetiva. Após 21 dias, 10 folhas de cada tratamento (com e sem radiação UV-B foram coletadas para avaliar área foliar, massa fresca e seca, AEF, densidades estomáticas e de tricomas de ambas as faces da folha, espessura da lâmina foliar e concentração de compostos fenólicos e de clorofila total, a e b. As folhas tratadas com radiação UV-B apresentaram menor área foliar, massa fresca e seca, densidade de tricomas na face adaxial e densidade de estômatos na face abaxial da folha. Entretanto, apresentaram os maiores valores médios de espessura total da lâmina e do mesofilo, maior concentração de clorofila total, clorofila a e clorofila b e compostos fenólicos foliares do que as folhas não tratadas com radiação UV-B. Essas diferenças morfológicas significativas (p Reduction of the ozone layer results in the increase in ultraviolet radiation reaching the earth's surface, especially the ultraviolet-B (UV-B. The increase of radiation may induce structural and physiological changes in plants, influencing their growth and development. This paper evaluates the effects of ambient UV-B radiation upon to the leaf morphology of Arabidopsis thaliana developed under controlled conditions. The seeds of A. thaliana grown in environmental chamber, with 300 µmol m-2

  13. Identificação de Paspalum notatum fluegge e Axonopus affinis chase através da análise de fragmentos foliares Identification of Paspalum notatum fluegge and Axonopus affinis chase through leaf fragments analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cláudia Lopes Nogueira

    1999-03-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo a caracterização e identificação de fragmentos foliares de Paspalum notatum Fluegge e Axonopus affinis Chase, como forma de subsidiar projetos de avaliação da dieta de animais fistulados. Para a caracterização das espécies, foram feitas várias coletas de folhas em áreas de pastagem natural do Campus da Universidade Federal de Santa Maria (RS, de maio de 1992 a junho de 1993. A diferenciação das espécies foi baseada no padrão de nervação, presença de pêlos e características do ápice e bordo foliar, observadas com auxílio de estereomicroscópio. A habilidade de um observador em identificar fragmentos das duas espécies numa mistura e a eficácia dos descritores foliares mencionados foram testadas através de análise estatística. Desta forma, foi constatado que o padrão de nervação é o melhor critério de diferenciação e que A. affinis difere de P. notatum, basicamente, pelo ápice foliar obtuso e pela presença de nervuras quaternárias. A análise estatística confirmou a capacidade do observador em reconhecer fragmentos das duas espécies.This research aimed at the characterization and identification of leaves, fragments of Paspalum notatum Fluegge and Axonopus affinis Chase, for future studies of diet evaluation of fistuleted animals. For the species characterization, several collections of leaves were made in native pasture areas at the UFSM Campus (Santa Maria, RS from May, 1992 to June, 1993. The differentiation of the species was based on the leave’s venation pattern, hair presence, leaf border and apex features, observed with a stereomicroscope. The obverver’s ability to identify the two species of leaves in a misture were tested with statistical analysis. It was observed that the venation pattern is the best characterization criteria and that A. affinis differs from P. notatum mainly by the obtuse leaf apex and by the quaternary vein presence. The statistical analysis

  14. Efeito do tratamento de bacelos de videira 'Red Globe' no controle do cancro bacteriano causado por Xanthomonas campestris pv. viticola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carine Rosa Naue

    2014-12-01

    Full Text Available A disseminação de Xanthomonas campestris pv. viticola (Xcv, agente do cancro bacteriano da videira, ocorre, dentre outras formas, por meio de mudas e bacelos infectados. Foi estudada a obtenção de material propagativo livre do patógeno, testando a eficiência do tratamento de bacelos com termoterapia, bactericidas e sanitizantes. Os isolados de Xcv foram testados quanto à patogenicidade e realizado o teste de sensibilidade in vitro aos produtos, em diferentes concentrações. A erradicação de Xcv em bacelos de videira foi testada em experimentos com termoterapia (50ºC por 30 e 40 min; 53ºC por 5 e 10 min; bactericidas [oxitetraciclina+sulfato de cobre (150+2.000; 165+2.200; 180+2.400 e 195+2.600 mg L-1 de H2O e oxitetraciclina (600; 700; 800 e 900 mg L-1]; e sanitizantes [cloreto de dodecildimetil amônio (600; 1.200; 1.800; 2.400 e 3.000 µL L-1; hipoclorito de sódio (5.000; 10.000; 20.000; 30.000 e 40.000 µL L-1 e cloreto de benzalcônio (125; 167;250; 334 e 500 µL L-1]. Foram avaliados período de incubação, incidência e severidade da doença. O bactericida oxitetraciclina e os sanitizantes cloreto de dodecildimetil amônio e hipoclorito de sódio proporcionaram os maiores halos de inibição de Xcv in vitro. No entanto, apesar dos diversos tratamentos testados, não foi possível recomendar tratamento termoterápico ou produto que erradicasse Xcv de bacelos infectados. Porém, ficou confirmada a grande importância destes na disseminação do agente do cancro bacteriano da videira.

  15. DECOMPOSIÇÃO DA SERAPILHEIRA FOLIAR DE FLORESTA NATIVA E PLANTIOS DE Pterogyne nitens E Eucalyptus urophylla NO SUDOESTE DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloísa Cintra Alves Pinto

    2016-01-01

    Full Text Available The decomposition process regulates the accumulation of litter and nutrient cycling in forest ecosystems, being central to its maintenance. The objective of this study was to evaluate the dynamics of leaf litter decomposition in three forest ecosystems (semideciduous forest Montana and homogeneous stands of Pterogyne nitens Tul. and Eucalyptus urophylla ST Blake, located in Vitória da Conquista, Bahia, Brazil. To evaluate the decomposition, newly fallen leaves on the ground of trees and shrubs in each of the studied toppings were collected. The sheets were dried at 65 °C, and thereafter, 10 g portions were weighed and placed in litter bags, which were randomly distributed on the surface of the forest floor in each of the areas studied. Five litter bags at random were collected after 30, 60, 90, 120, 150 and 180 days of installation. After collection, the material contained in each litter bag was subjected to drying in an oven at 65 °C and weighed. Based on the obtained masses were estimated the percentage of the remaining mass, the rate of decomposition ( k and half-life time of the litter ( t 1 /2 . For chemical characterization three subsamples were separated from the dried leaf litter, which were ground and analyzed by determination of the total nitrogen, carbon, polyphenols, lignin and cellulose. The decomposition was related to environmental variables (precipitation, temperature and humidity and the microenvironment (temperature and soil moisture.The total accumulated litter varied significantly between the settlements studied, the highest value was observed in the area of Eucalyptus urophylla (12,7 Mg ha -1 , followed by native forest (6,9 Mg ha -1 and Pterogyne nitens (1,1 Mg ha -1 . At the end of the six months of the experiment, Eucalyptus urophylla showed the greatest remaining mass (73,6%, followed by native forest (67,8% and Pterogyne nitens (46,3%. The decomposition constant ( k was higher in litter of Pterogyne nitens (0,0054 g

  16. Estimação da área foliar do algodoeiro por meio de dimensões e massa das folhas Cotton leaf area estimates based on leaf dimensions and dry mass methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo B. A. Monteiro

    2005-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar dois métodos de estimação da área foliar do algodoeiro, por meio de suas dimensões e massa seca das folhas. Foram utilizadas as cultivares IAC 23 e Coodetec 401. No método que utilizou dimensões, as folhas do algodoeiro foram agrupadas em novas, cordiformes e maduras. Para cada tipo de folha, de cada cultivar, foi determinado um fator de forma (FF por meio de análise de regressão entre o produto do comprimento (C pela largura (L e a área das folhas. Avaliou-se a correlação entre a área foliar estimada pelo fator FF e sua medida direta, utilizando-se dados independentes. Testou-se, ainda, um fator único para cada cultivar, independente do estádio da cultura e, também, um fator geral para as duas cultivares. No método que utilizou a massa seca, as folhas foram agrupadas em novas e maduras. Determinou-se o fator de massa seca (FM por meio da análise de regressão entre a massa seca de folhas e respectivas áreas foliares. Em seguida, avaliou-se a correlação entre dados estimados por FM e dados medidos de forma direta, em nova amostra. O método das dimensões é viável para a estimação de área foliar do algodoeiro, por apresentar boa precisão e exatidão, com r² entre 0,71 e 0,98 e com coeficiente angular da regressão entre 0,87 e 0,95. No entanto, pelo método da massa seca, observaram-se precisão e exatidão maiores, com r² entre 0,94 e 0,98, e coeficiente angular da regressão entre 0,97 e 1,00, com a vantagem de ser menos trabalhoso.The objective of this study was to evaluate two different methods to estimate cotton leaf area (LA, based on leaf dimensions (length - L and width - W and leaf dry mass (DM. Two cultivars, IAC 23 and Coodetec 401, were used. For leaf dimensions method, leaves were classified by age: young, heart-shape, and mature. For each age class, a leaf shape factor (LSF was obtained by simple linear regression between L*W and LA. For leaf dry mass method, leaves

  17. Severidade da mela da soja causada por Rhizoctonia solani AG-1 IA em função de doses de potássio Severity of hte foliar blight of the soylean caused by Rhizoctonia solani AG-1 IA infunction of doses of potassium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Basseto

    2007-03-01

    Full Text Available O fungo Rhizoctonia solani pertencente ao grupo de anastomose 1 IA (AG-1 IA é um dos patógenos mais importantes afetando a cultura da soja no Brasil. Este fungo causa queima da folha e/ou mela em soja, para a qual medidas de manejo cultural são consideradas alternativas importantes para controle antes do estabelecimento da doença. Há evidências de que a adubação potássica diminui substancialmente a severidade dos sintomas de várias doenças da soja como a queima foliar (Cercospora kikuchii, a seca da haste e da vagem (Phomopsis phaseoli var. sojae e o cancro da haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis. Apesar das evidências do efeito do potássio no controle de várias doenças da soja, não há informação na literatura sobre o efeito desse nutriente no controle da mela. A hipótese testada foi que a mela da soja pode ser controlada através de incrementos na adubação potássica. De maneira geral, concluiu-se que, sob condições de casa de vegetação, o incremento de K no solo não resultou no controle da mela da soja. É necessário, entretanto, confirmar esta observação conduzindo-se experimentos sob condições de campo, podendo-se incluir a avaliação do efeito da doença sob aspectos da produção.The fungus Rhizoctonia solani, belonging to anastomosis group 1IA (AG-1 IA is one of the most important pathogens affecting soybean in Brazil. This fungus causes aerial or foliar blight of soybean, and cultural measures are thought as important choices for the control before the establishment of the disease. Based on evidences that potassium amendments can substantially reduce the severity of several soybean diseases such as Cercospora leaf blight (Cercospora kikuchii, pod and stem blight (Phomopsis phaseoli var. sojae and stem canker (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis. Despite all evidence, there is no information in the literature about the effect of potassium controlling the soybean foliar blight. The

  18. Efeito da cerosidade foliar na reação de variedades de cebola (Allium cepa L. a herbicidas de pós-emergência Effect of the foliar waxiness of onion varieties (Allium cepa L. in reaction to post-emergence herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.V. Ferreira

    1982-12-01

    Full Text Available Em ensaios experimentais, realizados no Departamento de Genética da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" da Universidade de São Paulo, Piracicaba - SP, verificou-se o efeito da ce rosidade foliar na reação de variedades de cebola a herbicidas de pós-emergência. Utilizaram-se variedades do grupo não ceroso, como Granex e Texas Grano, e variedades do grupo ceroso, como Baia Periforme, Barreiro SMP-IV, Red Creole e Roxa Chata SMP-IV, no 1.º ensaio; e variedades do grupo não ceroso, como Excel Bermudas 986 e Texas Grano, e variedades do grupo ceroso, como Baia Periforme, Pira Couto, Pira Dura, Pira Ouro A/R, Red Creole e Roxa Chata SMP-IV, no 2.º ensaio. Os herbicidas de pós-emergência e as doses utilizadas foram: bentazon, 0,48 kg i.a./ha e prometryne 1,60 kg i.a./ha, no 1.0 ensaio; e ácido sulfúrico (4%, bentazon 0,48 kg i.a./ha, prometryne 1,60 kg i.a./ha e diuron 1,60 kg i.a./ha, no 2: ensaio. Os resultados obtidos mostram que a cerosidade foliar é um dos mecanismos de resistência de cebola à ação de herbicidas de pós-emergência.In experimental trials, carried out in the Department of Genetic of ESALQ, University of São Paulo, Piracicaba - SP, the effect of the foliar waxiness in reaction of onion varieties at postemergence herbicides was studied. Glossy group varieties such as Granex and Texas Grano and non-glossy group varieties such as Baia Periforme, Barreiro SMP-IV, Red Creole and Roxa-Chata SMP-IV, were tested in 1st. experiment; and glossy group varieties such as Excel Bermudas 986 and Texas Grano and nonglossy group varieties such as Baia Periforme, Pira Couto, Pira Dura, Pira Ouro A/R, Red Creole and Roxa Chata SMP-IV, in 2nd experiment. The following post-emergence herbicides and doses were used: bentazon 0,48 kg a.i./ha and prometryne 1,60 kg a.i./ha, in the last experiment: and sulphuric acid (4%, bentazon 0,48 kg a.i./ha, prometryne 1,60 kg a.i./ha and diuron 1,60 kg a.i./ha, in the 2nd experiment

  19. Nível crítico pelo critério da distribuição normal reduzida: uma nova proposta para interpretação de análise foliar Critical level through the reduced normal distribution approach: a new proposal for interpretation of foliar analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celsemy E. Maia

    2001-05-01

    Full Text Available Objetivou-se, com este trabalho, desenvolver uma metodologia através de um embasamento estatístico, para determinação de nível crítico em tecido vegetal, oriunda de condições de campo. A obtenção do nível crítico pela distribuição contínua de probabilidade, é uma nova proposta para interpretação de análise foliar, baseada na distribuição normal reduzida. Para isto, são necessários dados de produtividade (P e de Q, donde Q é definido como a relação entre P e n i (Q= P/n i, e n i é o teor do nutriente de que se deseja encontrar o nível crítico. Inicialmente encontra-se P que representa 90% da máxima, pela equação P(90% = 1,281552s1 + X e para o cálculo de Q que 90% do valor máximo pela equação Q = 1,281552s2 + X onde X e s1 são a média aritmética e o desvio-padrão de P e X e s2, a média e o desvio-padrão de Q. O nível crítico é obtido por NCi = (1,281552s1 + X/(1,281552s2 + X. O nível crítico foliar determinado pela metodologia da distribuição contínua de probabilidade permitiu calcular-se, para a cultura do café, valores dentro da faixa de referência recomendada pela literatura.This study develops a methodology through a statistical method, for the determination of critical level in foliar analysis. The obtaining of the critical level with the continuous distribution of probability is a new proposal for foliar analysis interpretation, based on the reduced normal distribution. For this purpose it is necessary to have data of productivity (P and of Q, defined as the relationship between P and n i (Q = P/n i, where n i is the content of the nutrient for which critical level is to be found. Initially Pr which represents 90% of the maxim, is calculated with the equation P(90% = 1.281552s1 + x1 and for the calculation of Q 90% of the maximum value with the equation Q = 1.281552s2 + x2 where x1 and s1 are the arithmetic average and the standard deviation of P and x2 and s2 the average and the standard

  20. Estimativa da área foliar de plantas de lima ácida 'Tahiti' usando métodos não-destrutivos Leaf area estimative of young 'Tahiti' lime using non-destructive methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Antonio Coelho Filho

    2005-04-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi avaliar métodos não-destrutivos para a determinação da área foliar de plantas jovens de lima ácida 'Tahiti'(Citrus latifolia Tan., em campo. Foram utilizadas informações de variáveis biométricas de 28 plantas jovens (0,07 a 1,44 m² e imagens digitais da área frontal de cada planta (silhueta de copa. Essas variáveis foram correlacionadas com medidas diretas (contagem total de folhas x área foliar média. Como resultado, foi possível estimar a área foliar total das plantas (AFT com base na equação: AFT = 88,936 x DI - 1,4017 (R²=0,75, em que DI representa o diâmetro do caule 5 cm abaixo do ponto em que a copa foi enxertada, e a silhueta da planta em m² (IM: AFT = 2,4951 x IM (R²=0,72. A área foliar dos ramos secundários das plantas (AFR pode ser estimada mediante uma equação exponencial envolvendo o diâmetro do ramo (DR: AFR = 0,0144e277,02 x DR (R²=0,71. Estas metodologias podem ser utilizadas quando o interesse for por um valor médio de área foliar no pomar, não sendo indicadas quando é necessária elevada precisão, pois os erros são elevados.The objective of this study was to evaluate non-destructive methods of estimating total leaf area of young 'Tahiti' lime (Citrus latifolia Tan. plants grown in the field. Information of biometrical variables of 28 young plants (0.07 to 1.44 m² and digitized image of front area of each plant (plant silhouette were used. These variables were correlated to the direct measurements (leaves and average leaf area counting. As a result, it was possible to estimate total plant leaf area (AFT based upon the equation: AFT = 88.936 x DI - 1.4017 (R²=0.75, where DI stands for the trunk diameter taken 5 cm below the graft and the silhouette area in m² (IM: AFT = 2.4951 x IM (R²=0.72. The leaf area of secondary branches (AFR can be estimated by an exponential equation with the branch diameter (DR: AFR = 0.0144e277.02 x DR (R²=0.71. These methodologies can

  1. Efeito do extrato de alho na quebra de dormência de gemas de videiras e no controle in vitro do agente causal da antracnose (Elsinoe ampelina Shear Effect of garlic extract on bud break of grapevines and in vitro control of causal agent of antracnose (Elsinoe ampelina Shear

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Vasconcelos Botelho

    2009-03-01

    Full Text Available Considerando a redução ou eliminação do uso de substâncias sintéticas que preconizam os sistemas sustentáveis de produção de frutas, este trabalho teve como objetivo a busca de novas alternativas para a quebra de dormência e o controle de doenças em videiras. Estacas de videira contendo uma gema foram pulverizadas com os seguintes tratamentos: 1 testemunha; 2 OV (óleo vegetal 1%; 3 extrato de alho (EA 3%; 4 EA 3% + OV 1%. Posteriormente, as estacas foram mantidas em câmara de crescimento (25±2.5ºC por 56 dias. O único tratamento que estimulou a brotação das estacas de videira cv. Isabel Precoce foi o EA 3% + OV 1%, que atingiu 35% de brotação, diferindo estatisticamente dos tratamentos- testemunha (12,5%, OV 1% (17,5% e EA 3% (15,0%. Provavelmente, o estádio de endodormência profunda das gemas, após apenas 90 horas de frio ( Considering the reduction or elimination of synthetic compounds used in sustainable fruit production systems, this work aimed to search for new alternatives for bud break dormancy and diseases control in grapevines. Single-bud cuttings of grapevines were sprayed with the following treatments: 1 control, 2 1% SO (soybean oil, 3 3% GE (garlic extract, 4 3% GE + 1% SO. After that, the cuttings were kept in a growth chamber (25±2.5ºC for 56 days. The unique treatment that stimulated sprouting of grapevines cv. Isabel Precoce was 3% GE + 1% S, that reached 35% sprouting, differing statistically from the control (12.5%, 1% SO (17.5% and 3% GE (15.0%. Probably, the stage of deep endodormancy of buds, after only 90 chilling hours (< 7.0ºC, avoided better results of bud breaks treatments. Three experiments were carried out in vitro, with different garlic extract doses aiming to evaluate the control of the fungus Elsinoe ampelina. In all trials, there were quadratic effects on mycelial growth, without differences between garlic extract treatments, evidencing its fungicide effect, even for the lowest dose of 0

  2. Modelos alométricos para estimativa da área foliar de mangueira pelo método não destrutivo = Allometric models for estimating leaf area of hose by non destructive method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Ferreira da Silva

    2015-03-01

    Full Text Available A área foliar é uma das mais importantes medidas de avaliação do crescimento vegetativo; sendo assim, o conhecimento sobre tal aspecto permite estimar a perda de água por transpiração, devido às folhas serem os principais órgãos responsáveis pelas trocas gasosas entre a planta e o ambiente, tornando-se importante o seu estudo. Dessa forma, objetivou-se com a realização deste trabalho testar e obter o melhor modelo matemático para estimativa da área foliar da mangueira (Mangifera indica L. cv. Haden em função das suas dimensões alométricas. Utilizou-se um pomar localizado na propriedade São Domingos, no município de Alegre, sul do Estado do Espírito Santo, onde foram coletadas 80 folhas de 20 mangueiras em outubro de 2013. As regressões foram determinadas considerando-se a área foliar real (AFR como variável dependente, e o comprimento (C, a largura (L e o produto das dimensões lineares (C x L de cada folha, como variáveis independentes. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que a equação polinomial y=4,7677+ 0,6934x -0,0001x2 foi o melhor modelo matemático para estimar a área foliar da mangueira, com R² de 0,97. Os modelos que utilizam C x L são os mais adequados para estimar a área das folhas da mangueira, uma vez que apresentam maior correlação. = Leaf area is one of the most important measures for evaluating the vegetative growth, and that their knowledge allows estimating water loss through transpiration, due to the leaves being the main organ responsible for gas exchange between the plant and the environment, making it important to its study. Thus, we intended to test this work and get the best mathematical model to estimate leaf area of mango (Mangifera indica L. cv. Haden according to their dimensions Allometric. We used a greengrocer located in São Domingos property in the municipality of Alegre, southern Espírito Santo, which was collected 80 sheets of 20 hoses in October 2013. The

  3. ITS-rDNA phylogeny of Colletotrichum spp. causal agent of apple Glomerella leaf spot Filogenia por ITS-rDNA de Colletotrichum spp., agente causal da mancha foliar da Gala em macieira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diorvania Ribeiro Giaretta

    2010-04-01

    Full Text Available Several diseases have affected apple production, among them there is Glomerella leaf spot (GLS caused by Colletotrichum spp. The first report of this disease in apple was in plants nearby citrus orchards in São Paulo State, Brazil. The origin of this disease is still not clear, and studies based on the molecular phylogeny could relate the organisms evolutionarily and characterize possible mechanisms of divergent evolution. The amplification of 5.8S-ITS (Internal Transcribed Spacer of rDNA of 51 pathogenic Colletotrichum spp. isolates from apples, pineapple guava and citrus produced one fragment of approximately 600 bases pairs (bp for all the isolates analyzed. The amplified fragments were cleaved with restriction enzymes, and fragments from 90 to 500bp were obtained. The sequencing of this region allowed the generation of a phylogenetic tree, regardless of their hosts, and 5 isolated groups were obtained. From the "in silico" comparison, it was possible to verify a variation from 93 to 100% of similarity between the sequences studied and the Genbank data base. The causal agent of GLS is nearly related (clustered to isolates of pineapple guava and to the citrus isolates used as control.A produção de maçã vem sendo comprometida pela ocorrência de muitas doenças, entre as quais se destaca a Mancha Foliar de Glomerella (MFG, causada por Colletotrichum spp. O primeiro relato dessa doença em maçã foi registrado em plantas próximas a pomares de citrus no Estado de São Paulo, Brasil. A origem da MFG ainda não está bem clara, e estudos baseados na filogenia permitirão relacionar o organismo evolutivamente, possibilitando caracterizar possíveis mecanismos divergentes de evolução. A amplificação da região 5.8S-ITS (espaçador interno transcrito do rDNA de 51 isolados de Colletotrichum patogênicos em de maçã, goiabeira serrana e citrus produziu um fragmento de aproximadamente 600 pares de bases (pb para todos os isolados analisados

  4. Transpiração e temperatura foliar da cana-de-açúcar sob diferentes valores de potencial matricial Transpiration and leaf temperature of sugarcane under different matric potential values

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Trentin

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a variação diurna da transpiração e da temperatura foliar da cana-de-açúcar, cv. RB867515, sob diferentes potenciais matriciais de água no substrato de cultivo e as condições meteorológicas em ambiente protegido. O efeito do estresse hídrico na transpiração e temperatura foliar foi determinado a partir da suspensão da irrigação, quando foram realizadas três campanhas de medições, iniciadas aos 122; 150 e 185 dias após o plantio (DAP até que o potencial matricial de água no substrato (Ψ alcançasse -1.500 kPa, aproximadamente. Sob ausência de estresse hídrico (Ψ>-50 kPa, a transpiração das plantas atingiu o valor máximo entre 10 e 13 h, próximo de 60; 70 e 100 g planta-1 h-1 para 122; 150 e 185 DAP, respectivamente. Sob condições de estresse hídrico severo (ΨThe objective of this study was to evaluate the diurnal behaviour of transpiration and leaf temperature of sugarcane (cv. RB867515 under different water matrix potential in the cultivation substrate and greenhouse meteorological conditions. The water stress effect on transpiration and leaf temperature was determined after irrigation suspension, when three measurement campaigns were initiated at 122; 150 and 185 days after planting (DAP until the matrix water potential in the substrate (Ψ reached -1,500 kPa, approximately. Under the absence of water stress (Ψ>-50 kPa, plant transpiration reached the maximum value between 10:00 AM and 13:00 PM, near to 60; 70 e 100 gplant-1h-1, for 122; 150 and 185 DAP, respectively. Under severe water stress (Ψ<-1,100 kPa, there was daily transpiration reduction of approximately 73%, compared to measurements performed without water stress and under similar meteorological conditions. Under the absence of water stress and overcast sky conditions, the average value of the difference between leaf temperature and air temperature was -2.9 ºC. In contrast, under severe water stress and high

  5. Efeito da aplicação de fungicidas no controle de doenças foliares de arroz irrigado e sua relação com o rendimento industrial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Bordin

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO As doenças foliares do arroz podem comprometer o enchimento e a maturação dos grãos por acelerar a sua secagem e, consequentemente, reduzir o rendimento industrial. O uso de fungicida tem o potencial de reduzir os danos das doenças foliares da cultura e aumentar o rendimento industrial. O objetivo deste trabalho foi avaliar o número de aplicação de fungicida em diferentes estádios fenológicos no controle de doenças foliares para o patossistema múltiplo (brusone, mancha parda e escaldadura e sua relação com o rendimento industrial (rendimento de benefício, grãos inteiros e grãos quebrados. Os experimentos foram conduzidos nas safras agrícolas 2011/12 e 2012/13 no município de Rio do Oeste, localizado no Alto Vale do Itajaí, estado de Santa Catarina. Nos experimentos foi utilizada a cultivar SCS 116 Satoru. O delineamento foi de blocos casualizados, com quatro repetições e seis tratamentos constituídos de aplicações de mistura de fungicida difenoconazol e azoxistrobina, sendo um dos tratamentos (testemunha sem aplicação. As aplicações de fungicidas foram feita no estádio vegetativo V8 e nos reprodutivos R0, R2, R4 e R6. A colheita foi de forma manual, colhendo-se 2m2 da área central de cada parcela. Uma, duas, três, quatro e cinco aplicações de fungicida apresentaram incremento médio em relação á testemunha nas duas safras, de 6%, 7,2%, 13,1%, 17,4% e 19,2% no rendimento debenefício,14,6%, 28,5%, 36,1%, 45% e 48,7% para grãos inteiros e reduziu o percentual de grãos quebrados em 4,4%, 13,2%, 21,7%, 35% e 41,4,1%, respectivamente.

  6. O papel de Rhizoctonia spp. binucleadas na indução de resistência a mela da soja = The role of binucleate Rhizoctonia spp. inducing resistance to the soybean foliar blight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Basseto

    2008-04-01

    Full Text Available O papel de Rhizoctonia spp. binucleadas (RBN, no biocontrole de doenças causadas por R. solani Kühn em várias culturas, tem sido relatado na literatura. No entanto, não há informação, no Brasil, sobre o potencial de RBN como agentes de biocontrole contradoenças causadas por Rhizoctonia na soja. A hipótese testada foi de que isolados de RBN podem induzir resistência na soja contra a mela, causada por R. solani do grupo de anastomose (AG 1 IA. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar isolados de RBN, obtidos de amendoim, feijão e soja quanto à capacidade de induzir resistência na soja contra a mela, em condições de casa de vegetação. Esta pesquisa evidencia a ação de RBN na indução de resistência em plantas de soja contra a mela. Entretanto, a manifestação e a efetividade do fenômeno de indução de resistência são dependentes da época de cultivo da soja.The role of non-pathogenic binucleate Rhizoctonia spp. (BNR onthe biocontrol of diseases caused by R. solani on many crops has been reported in the literature. However, in Brazil, there is no information about the potential of BNR as biocontrol agents against Rhizoctonia diseases on soybean. On this research we tested thehypothesis that BNR can induce resistance on soybean against the foliar blight caused by R. solani anastomosis group (AG 1 IA. Thus, the objective of this research was to evaluate BNR isolates isolated from peanuts, snapbeans and soybean according to their ability forinducing resistance on soybean against the foliar blight disease, under greenhouse conditions. This research evidenced the role of BNR inducing resistance on soybeans against the foliar blight. However, both the occurrence and effectiveness of the phenomenon of induced resistance are dependent on the soybean cultivation season.

  7. Adubação foliar de boro em diferentes estádios fenológicos da cultura do amendoim Boron leaf application at different growth stages of peanut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Machado Mantovani

    2013-04-01

    Full Text Available A adubação boratada foliar, na cultura do amendoim, pode ser uma estratégia viável para fornecimento desse elemento à planta; porém, são poucos os conhecimentos sobre dosagens, épocas e efeitos de parcelamento das doses. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características de produção e a composição mineral foliar em diferentes doses, épocas de aplicação e parcelamentos da adubação boratada. O experimento foi conduzido na safra de verão 2010/2011, em Latossolo Vermelho distroférrico, em Rubiácea (SP. Foram estudadas as doses de zero; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kg ha-1 de boro (B, aplicadas por via foliar, utilizando-se como fonte o ácido bórico. Os efeitos da adubação boratada foram testados em doses únicas nos estádios V1 ou R5, além do parcelamento da dose de 1,0 kg ha-1 (0,5 kg ha-1 em V1 e R5, de 1,5 (0,75 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5 e de 2,0 kg ha-1 (1,0 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1, R3 e R5. O aumento na produtividade de amendoim em casca ocorreu apenas com a dose de 1,5 kg ha-1, parcelada em três aplicações de 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5. A utilização de 2,0 kg ha-1 de B foliar no amendoim causou efeito depressivo na produtividade, rendimento e número de vagens por planta.Boron leaf application to the peanut crop can be a viable strategy for supplying this element to the plant, however, knowledge os lacking on rate, time and dose split. The aim of this study was to evaluate the production and the leaf mineral composition at different rates, application times and split of boron fertilization. The experiment was conducted in the summer harvest 2010/2011 in an Oxisol in Rubiácea (SP. Leaf applications of boron rates of 0, 0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 kg ha-1 were tested using boric acid as source. The effects of boron fertilization were tested in single doses at the V1 and R5 growth stages, in addition to splitting the rate of 1 kg ha-1 ( 0.5 kg ha-1 at V1 and R5, 1.5 (0.75 kg ha-1 at V

  8. Compatibilidade entre acaricidas e fertilizantes foliares em função de diferentes águas no controle do ácaro da leprose dos citros Brevipalpus phoenicis Compatibility between acaricides and foliar fertilizers in different water resources for citrus leprosis mite control Brevipalpus phoenicis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Júnior de Andrade

    2013-03-01

    Full Text Available A adição de fertilizantes foliares à calda acaricida é frequentemente empregada na citricultura com o intuito de reduzir os custos das aplicações. Todavia, as implicações desta prática, na maioria dos casos, são desconhecidas. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de caldas acaricidas em mistura com fertilizantes foliares e preparadas com diferentes águas no controle do ácaro B. phoenicis. Foram realizados dois experimentos em laboratório, nos anos de 2009 e 2010, utilizando-se de frutos de laranja para conter ácaros Brevipalpus phoenicis. Um dos experimentos constou de três bioensaios, nos quais se procurou verificar o efeito das misturas entre fertilizantes foliares e os acaricidas cyhexatin, propargite e acrinatrhrin sobre B. phoenicis. No outro experimento, além de verificar o efeito das misturas de fertilizantes com os acaricidas propargite e acrinatrhrin, buscou-se também avaliar o efeito de águas coletadas em diferentes fontes utilizadas no preparo das caldas sobre B. phoenicis. Os resultados evidenciaram que a aplicação dos fertilizantes foliares cloreto de zinco, cloreto de manganês, ureia e a mistura de fosfito de potássio + ureia + cloreto de zinco não afetaram a ação dos acaricidas cyhexatin, propargite e acrinathrin sobre o controle de B. phoenicis. As misturas dos cloretos de zinco e de manganês com o sulfato de magnésio e a adição de fosfito de potássio diminuíram a eficiência dos acaricidas propargite e acrinathrin, não devendo, a princípio, ser adicionadas numa mesma aplicação. Águas provenientes dos municípios paulistas de Itápolis, Pirangi e Pirassununga interferiram na ação dos acaricidas propargite e acrinathin sobre B. phoenicis, sendo que a água coletada em Itápolis apresentou resultados superiores em termos de eficiência. Verificaram-se alterações dos valores de pH e da condutividade elétrica após a adição de alguns dos fertilizantes à calda acaricida.The addition

  9. Controle químico da "ERGOT" (Claviceps africana Frederickson, Mantle & de Milliano ou doença-açucarada e das principais doenças foliares do sorgo (Sorghum bicolor (L. Moench Chemical control of "ERGOT"(Claviceps africana Frederickson, Mantle & de Milliano or sugary disease and the main foliar diseases of sorghum (Sorghum bicolor (L. Moench

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicésio Filadelfo Janssen de Almeida Pinto

    2003-08-01

    Full Text Available O controle químico da "ergot" (Claviceps africana foi realizado em campo de produção de sementes do híbrido de sorgo granífero BR 304 (Sorghum bicolor (L. Moench., utilizando-se os fungicidas (g i.a./ha: captan (1250,0, fenarimol (80,0, trifenil hidróxido de estanho (166,7, prochloraz (450,0, chlorothalonil (1500,0, iprodione (750,0, azoxystrobin (150,0, thiabendazole (360,0, procimidone (750,0, ziram (1500,0 e tebuconazole (200,0. Parcelas sem aplicação de fungicida constituíram a testemunha. As pulverizações foram realizadas com pulverizador costal manual, com o jato dirigido para as panículas. O intervalo das aplicações dos fungicidas foi de 4 dias, a partir da antese. Aos 7 dias após o término das pulverizações, a porcentagem de panículas doentes variou 5,4 para o fungicida tebuconazole e 100,0% para a maioria dos demais tratamentos. Para a porcentagem de flores doentes por panícula, os valores variaram de 0,3% a 65,0% para o fungicida tebuconazole e testemunha, respectivamente. Não ocorreu diferença significativa entre as porcentagens de flores doentes por panículas nos tratamentos tebuconazole (0,3%, chlorothalonil (2,5% e prochloraz (3,0%, sendo esses os mais eficientes no controle da ergot. Adicionalmente, o fungicida mais eficiente no controle da antracnose foliar (Colletotrichum graminicola foi o prochloraz, ao passo que para a ferrugem (Puccinia purpurea e a cercosporiose (Cercospora fusimaculans, o maior controle foi obtido com o fungicida tebuconazole. Não houve aumento da germinação das sementes em nenhum dos tratamentos; entretanto, o aumento do peso de mil sementes foi significativo para os tratamentos com os fungicidas prochloraz, chlorotalonil e tebuconazole.The efficiency of fungicides in the control of sugar disease of sorghum (Sorghum bicolor (L. Moench. was evaluated in a seed production field of the sorghum hybrid BR 304. The following fungicides and doses (g a.i./ha were evaluated : captan (1250

  10. EFEITO DA OMISSÃO COMBINADA DE N, P, K E S NOS TEORES FOLIARES DE MACRONUTRIENTES EM MUDAS DE GOIABEIRA EFFECT OF COMBINED OMISSION OF N, P, K AND S ON FOLIAR MACRONUTRIENT CONTENT OF GUAVA SEEDLINGS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Odemir Salvador

    1999-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da omissão simples e combinada de dois nutrientes, estabelecida entre os macronutrientes N, P, K e S, sobre a composição de macronutrientes no terceiro par de folhas de mudas de goiabeira. Avaliou-se, ainda, a tendência de acúmulo de macro e micronutrientes (B, Cu, Fe, Mn e Zn nas folhas, caules + ramos e raízes, de plantas mantidas em solução nutritiva completa durante 70 dias. A ausência de um nutriente promoveu a redução de sua concentração nas folhas, porém, não produziu grandes alterações na composição dos demais macronutrientes, exceto para K e Ca no tratamento com omissão de N. As folhas foram o principal órgão armazenador de macronutrientes. Dos micronutrientes, cerca de 57% do conteúdo de B e 65% do de Fe foram alocados nas folhas e o restante dividido em proporções equivalentes entre caules + ramos e raízes. Somente 23% do total do Cu extraído foi armazenado nas folhas, enquanto que 45% permaneceu nas raízes. Para o desenvolvimento inicial da goiabeira, a necessidade de macronutrientes obedeceu a ordem decrescente: N, K, Ca, S, Mg e P e a exigência de micronutrientes, por sua vez, obedeceu a seguinte ordem decrescente: Mn, Fe, Zn, B e Cu.This work had the objective of evaluating the effects of N, P, K and S deficiencies, when omitted in single or in pairs, on the macronutrient composition of the third leaf from the tip of young guava plants. The content of macro and micronutrients (B, Cu, Fe, Mn e Zn in leaves, stem + branches and roots of plants grown in a complete nutrient solution for 70 days, was also evaluated. It was shown that the lack of a given element caused a decrease in its leaf concentration, but did not cause significant changes on the level of the other macronutrients in the leaves, except for K and Ca when N was omitted. The leaves were the major storage organ for macronutrients (above 50% from each one. About 57% of the B and 65% of Fe were

  11. Intensidades da poda seca e do desbaste de cacho na composição da uva Cabernet Sauvignon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Miele

    2013-12-01

    Full Text Available A pesquisa foi realizada durante quatro anos, num vinhedo de Cabernet Sauvignon (Vitis vinifera L., em Bento Gonçalves-RS. O objetivo foi determinar o efeito das intensidades da poda seca e do desbaste de cacho em variáveis relacionadas aos componentes de produção da videira e à composição do mosto de uva. Os tratamentos consistiram em dois níveis de poda seca - curta e longa - e quatro de desbaste de cacho (% - 0; 25; 50 e 75 -; com cinco repetições. O delineamento experimental foi o em blocos casualizados, com os tratamentos em parcelas subdivididas. Os resultados mostram que a poda seca e o desbaste de cacho tiveram efeito altamente significativo na produtividade do vinhedo que, na média dos quatro anos, variou de 10.971 kg/ha − poda curta, 75% de desbaste − a 32.819 kg/ha − poda longa, 0% de desbaste. Houve, também, efeito significativo na produtividade por gema, peso de ramos podados por gema e por hectare, área foliar/peso fresco do fruto e produtividade/peso de ramos podados. Entretanto, o efeito nas variáveis relacionadas a açúcar e acidez do mosto da uva foi pouco expressivo. O componente 1 da análise de componentes principais discriminou o tratamento poda curta a 75% de desbaste de cacho dos tratamentos poda longa-0% de desbaste e poda longa-25% de desbaste.

  12. Trocas gasosas de mudas de videira, obtidas por dois porta-enxertos, submetidas à deficiência hídrica Gas exchange of vine cuttings obtained from two graftings submitted to water deficiency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Rita de Souza

    2001-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da deficiência hídrica e de dois porta-enxertos nas trocas gasosas de mudas de videira cultivadas em vasos, nas condições de casa de vegetação. Utilizou-se como copa a 'Niágara Rosada' (Vitis labrusca, e como porta-enxertos, o 101-14 (V. riparia e o 1103 Paulsen (V. rupestris x V. berlandieri. Doze dias após a suspensão da rega, o potencial hídrico foliar da combinação 'Niágara Rosada'/101-14 apresentou os menores valores (-2,80 MPa em relação à 'Niágara Rosada'/1103 Paulsen (-2,10 MPa nas plantas não-irrigadas, enquanto o teor relativo de água variou apenas entre os tratamentos hídricos. Com a evolução do estresse hídrico, houve uma sensível redução nas trocas gasosas da cultivar 'Niágara Rosada', que apresentaram valores próximos de zero, devido ao fechamento dos estômatos, sem diferenças entre os porta-enxertos. Somente após 12 dias sem rega, os porta-enxertos influenciaram a eficiência no uso da água e eficiência fotoquímica do fotossistema II, onde a 'Niágara Rosada' enxertada sobre o 101-14 apresentou valores inferiores ao 1103 Paulsen. Entretanto, durante o período de suspensão da rega, os porta-enxertos não influenciaram as trocas gasosas da cultivar 'Niágara Rosada', e apresentaram comportamento semelhante em condições de baixa disponibilidade hídrica.The present work aimed to evaluate the water deficiency effect and two graftings on the gas exchange of vine cuttings under greenhouse conditions. 'Niágara Rosada' (Vitis labrusca was used as scion, and 101-14 (V. riparia x V. rupestris and 1103 Paulsen (V. rupestris x V. berlandieri were used as rootstocks. Twelve days after watering suspension, the leaf water potential of the combination 'Niágara Rosada'/101-14 showed lower (-2.80 MPa in relation to 'Niágara Rosada'/1103 Paulsen (-2.10 MPa in the non-irrigated plants, while relative water content altered only among watering levels. With the

  13. Fotossíntese e fotoinibição em mogno e acariquara em função da luminosidade e temperatura foliar

    OpenAIRE

    Dias,Daniela Pereira; Marenco,Ricardo Antonio

    2007-01-01

    A fotoinibição pode ser intensificada por fatores de estresse como alta temperatura. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da luminosidade e temperatura na fotossíntese e na recuperação da fotoinibição sob baixa irradiância em mogno (Swietenia macrophylla King) e acariquara (Minquartia guianensis Aubl.). As plantas cresceram sob baixa irradiância: 0,20 (acariquara) e 1,43 mol m-2 dia-1 (mogno). A fotossíntese líquida e as características da fluorescência foram avaliadas em duas ...

  14. Silício alterando compostos derivados da pirólise de bainhas foliares de plantas de arroz infectadas por Rhizoctonia solani

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Augusto Schurt

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo elucidar, por meio da pirólise analítica acoplada à cromatografia gasosa e espectrometria de massa, alterações na composição química da lignina nas bainhas de plantas de arroz das cultivares BR-Irga 409 e Labelle supridas ou não com silício (Si e infectadas por Rhizoctonia solani. A concentração de Si nas bainhas das plantas supridas com esse elemento foi significativamente maior (2,7 dag kg-1 em comparação com as plantas não supridas (0,45 dag kg-1. Na presença de Si, a área abaixo da curva do progresso da queima das bainhas foi significativamente reduzida em 19 e 25%, respectivamente, para as plantas das cultivares BR-Irga-409 e Labelle em relação à ausência desse elemento na solução nutritiva. Com base nos espectros de massas obtidos, foram identificados 33 compostos, dos quais 10 foram produtos da degradação de carboidratos e 23 derivados da lignina. Dentre os derivados da lignina, oito compostos eram do tipo p-hidroxifenila, 11 compostos do tipo guaiacila e quatro compostos do tipo siringila. Nas bainhas das plantas das duas cultivares de arroz, supridas ou não com Si, a concentração de lignina (p-hidroxifenila, siringila (S e guaiacila (G foi de, aproximadamente, 15%. Houve aumento na relação S/G apenas nas bainhas das plantas da cultivar BR-Irga 409 supridas com Si e infectadas por R. solani. A maior concentração de Si nas bainhas das plantas de arroz das duas cultivares, que por sua vez resultou em aumento na relação S/G, contribuiu para reduzir os sintomas da queima das bainhas.

  15. Composição química da cera epicuticular e caracterização da superfície foliar em genótipos de cana-de-açúcar Chemical composition of epicuticular wax and characterization of leaf surface in sugarcane genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.A. Ferreira

    2005-12-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar a composição química da cera epicuticular e caracterizar a superfície foliar dos cultivares de cana-de-açúcar RB855113 (sensível à mistura de herbicidas trifloxysulfuron-sodium + ametryn, SP80-1842 e SP80-1816, do clone RB957689 (com média sensibilidade à mistura de herbicidas e do cultivar RB867515 (tolerante. A cera epicuticular foi extraída e quantificada e os seus constituintes analisados por cromatografia a gás, acoplada a espectrômetro de massa (CG-EM. Para determinação da composição química, assim como a caracterização da superfície foliar dos cultivares avaliados, amostras de lâmina foliar foram coletadas e submetidas à microscopia eletrônica de varredura, para caracterização das faces adaxial e abaxial. A análise das amostras revelou a presença de hidrocarbonetos, esteróides, ésteres graxos, álcoois e aldeídos. A cera do cultivar sensível à mistura (RB855113 apresentou menor número de componentes químicos e predominância de ésteres graxos de cadeia mais curta que os encontrados nos demais cultivares, bem como pequena proporção de esteróides e hidrocarbonetos. Nos cultivares com média sensibilidade (SP80-1842 e RB867515, a cera apresentou maior proporção de hidrocarbonetos e esteróides. A cera do cultivar RB855113 apresentou polaridade intermediária, porém menos polar que a cera do cultivar RB867515 (tolerante à mistura. Não foram observadas diferenças marcantes entre os cultivares no que se refere à micromorfologia foliar.This study aimed to evaluate the chemical composition of epicuticular wax and to characterize leaf surface in the sugarcane cultivars RB85113 (sensitive to trifloxysulfuron-sodium + ametryn, SP80 1842, SP80 1816, clone RB957689 (with medium sensitivity to trifloxysulfuron-sodium + ametryn and the cultivar RB867515 (tolerant. Epicuticular wax was extracted and quantified, and its contents submitted to gas chromatography coupled to a

  16. Adubação foliar: I. Épocas de aplicação de fósforo na cultura da soja Leaf fertilization: I. Epochs of phosphorus application on soybeans

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Milanez de Rezende

    2005-12-01

    Full Text Available A busca de novas alternativas para o aumento da produtividade da soja tem sido constante objetivo de pesquisadores e produtores. As respostas da cultura à aplicação do fósforo via solo são bem definidas, sendo esse nutriente de grande importância no desenvolvimento da mesma, implicando seu uso em aumento do rendimento. A adubação foliar nessa cultura vem sendo muito difundida por empresas deste ramo, surgindo como uma opção viável de fornecimento suplementar de nutrientes, principalmente quando constatados níveis baixos na planta em caso de deficiências. Visando dar maiores subsídios aos produtores, objetivou-se com este trabalho estudar o efeito da adubação foliar de fósforo aplicado em diferentes estádios da planta compreendendo: V5, R1, R4, V5+R1, V5+R4, R1+R4, V5+R1+R4, V5+R1+R4+R6 e tratamento testemunha. O ensaio foi implantado em uma lavoura de soja, cultivar Monarca, na Fazenda Palmital em Ijaci-MG, utilizando delineamento de blocos casualizados com 9 tratamentos e três repetições. Foi utilizado como fonte de fósforo o produto Quimifol P30 quelatizado na forma líquidacom 30 % do nutriente solúvel em CNA + água na dose de 2,0 l.ha-1sendo as aplicações realizadas com pulverizador costal de gás carbônico, bico leque, à pressão constante de 2,8 kgf/cm². As diferentes épocas de aplicação de fósforo alteraram significativamente o rendimento de grãos, proporcionando aumentos significativos de até 16% para as épocas V5, V5 + R1, V5 + R4, V5 + R1 + R4, V5 + R1 + R4 + R6, quando comparados a testemunha, expressando claramente o efeito positivo dessas aplicações na época V5. As características altura da planta, inserção do 1º legume e índice de acamamento não foram alteradas significativamente pelas diferentes épocas avaliadas. Observou-se resposta significativa para os teores foliares de nutrientes somente para os índices de K e Zn, exclusivamente no tratamento V5+R4, e nas épocas V5, V5 + R1 e V5

  17. Efeito da aplicação foliar de boro e zinco sobre a produção e os teores de SST e ATT dos frutos da Pereira-Japonesa e da pinheira Leaf spray fertilization of boron and zinc on production, SST and ATT in fruits of pear and sugar apple

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Célia Faria Simão Canesin

    2007-08-01

    Full Text Available Pulverizações foliares com produtos contendo micronutrientes, dentre os quais os produtos quelatizados, são utilizadas com relativa freqüência em frutíferas, sem o embasamento científico adequado, principalmente entre os agricultores mais tecnificados. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da aplicação via foliar de B e Zn sobre a produção e os teores de SST e ATT dos frutos da Pereira-Japonesa e da Pinheira. O experimento foi conduzido numa área irrigada, situada no cinturão verde do município de Ilha Solteira-SP. O solo da área foi classificado como Podzólico Vermelho-Escuro. Foram utilizadas plantas de Pereira-Japonesa, cultivar Okussankichi e de Pinheira. Os tratamentos utilizados foram: T1. apenas água; T2. ácido bórico; T3. sulfato de zinco; T4. T2 + T3; T5. ácido bórico + uréia + ácido cítrico + EDTA; T6. sulfato de zinco + uréia + ácido cítrico + EDTA; T7. T5 + T6; T8. ácido bórico + uréia + ácido cítrico + EDTA + molibdato de sódio + enxofre + cloreto de cálcio; T9. sulfato de zinco + ácido cítrico + EDTA + sulfato de Fe + sulfato de Mn + sulfato de Mg, e T10. T8+T9. Foram utilizadas doses de 110 g ha-1 de B e 250 g ha-1 de Zn, em cada aplicação. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições e, para comparação de médias, foi utilizado o teste de Tukey. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que: 1 a produção e os teores de SST e ATT dos frutos da pereira-japonesa e da pinheira não foram influenciados pela aplicação foliar de B e de Zn; b a mistura de ácido bórico com quelatos foi eficiente no fornecimento de B às plantas de pereira- japonesa, o mesmo não ocorrendo para pinheira, c o sulfato de zinco + produtos quelatizantes foram eficientes no aumento dos teores foliares de Zn somente na pereira.Leaf spray using liquid products with micronutrients, among them, quelates are usual in fruit trees. However, there

  18. Morfoanatomia foliar de Palicourea longepedunculata Gardiner (Rubiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pereira Zefa Valdivina

    2003-01-01

    Full Text Available O gênero Palicourea - tribo Psychotrieae - compreende cerca de 200 espécies e destaca-se por apresentar alcalóides indólicos muitas vezes tóxicos para bovinos. O objetivo do presente trabalho foi contribuir para o conhecimento da família Rubiaceae, enfatizando os aspectos da morfoanatomia foliar de Palicourea longepedunculata. O material foi coletado na Reserva Florestal Mata do Paraíso (RFMP, município de Viçosa, Minas Gerais, e amostras-testemunha foram depositadas no herbário VIC. Folhas provenientes do quarto nó foram fixadas em FAA50 e conservadas em etanol 70%. Seções transversais e longitudinais do pecíolo e da lâmina foliar foram obtidas em micrótomo de mesa para montagem de lâminas permanentes, conforme metodologia usual. As folhas são simples, opostas, inteiras, ovais lanceoladas, dorsiventrais e hipoestomáticas. A epiderme do pecíolo e da lâmina foliar é uniestratificada, papilosa na face adaxial da folha e recoberta por cutícula delgada. Os estômatos são paracíticos e ocorrem no mesmo nível das demais células epidérmicas. O mesofilo é constituído por uma camada de parênquima paliçádico e de várias de parênquima lacunoso. Na face adaxial e abaxial da nervura mediana e no bordo da lâmina observa-se colênquima subepidérmico. Um feixe vascular do tipo colateral, em forma de "U", distribui-se ao longo do pecíolo e da nervura mediana, acompanhado, invariavelmente, por dois feixes menores localizados lateralmente. No córtex do pecíolo e da nervura mediana observa-se aerênquima. As características anatômicas seguem o padrão descrito para as Rubiaceae, e algumas delas são interpretadas como adaptações a ambientes úmidos e sombreados no qual a espécie ocorre.

  19. Limpeza clonal de mudas de videira infectadas por Xanthomonas campestris pv. viticola Clonal cleaning of grapevine plants infected by Xanthomonas campestris pv. viticola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Márcio Freire Silva

    2013-03-01

    Full Text Available O cancro bacteriano da videira é causado por Xanthomonas campestris pv. viticola (Xcv. Visando à limpeza clonal de mudas de 'Red Globe', foram estudados: tamanho ideal de ápices e gemas axilares para cultivo em meio de Galzy modificado (MGM; efeito da termoterapia (38ºC/30 dias; e ação de antibióticos na eliminação de Xcv em videiras infectadas. Os percentuais de contaminação por Xcv e de regeneração foram analisados, e as plantas obtidas foram indexadas em meio ágar nutritivo-dextrose-extrato de levedura-ampicilina (NYDAM, seguindo-se teste de patogenicidade. O cultivo de explantes com 3 mm possibilitou a obtenção de plantas livres da bactéria, com regeneração 14,3 vezes maior que explantes com 1 mm. A termoterapia de mudas infectadas, associada ao cultivo in vitro, não eliminou o patógeno. O cultivo de explantes com 10 mm, durante 40 dias em MGM + cefotaxima (300 mg L-1, proporcionou limpeza clonal das mudas. A indexação de plantas de videira regeneradas in vitro, quanto à infecção por Xcv utilizando NYDAM, seguida de teste de patogenicidade, é uma alternativa econômica e eficiente para produção de mudas de alta qualidade fitossanitária.Bacterial canker is caused by Xanthomonas campestris pv. viticola (Xcv. In order to eliminate Xcv from 'Red Globe' plants it was studied: optimal size of meristem tips and axillary buds for cultivation in modified Galzy's medium (MGM; effects of thermotherapy (38ºC/30 days; and action of antibiotics in the elimination of Xcv in infected grapevines. The percentages of contamination by Xcv and regeneration were analyzed and plants obtained were indexed using the semi-selective culture medium nutrient agar-dextrose-yeast extract-ampicilin (NYDAM followed by a pathogenicity test. The cultivation of 3 mm explants permitted to obtain plants free of bacteria with regeneration 14.3 times higher than 1 mm explants. The thermotherapy of infected plants associated to the in vitro culture

  20. Progresso temporal da ferrugem e redução sobre a área foliar e os componentes do rendimento de grãos em soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Rafael Garcés Fiallos

    2011-04-01

    Full Text Available El ciclo de cultivo de soya 2009-10 favoreció una mayor intensidad de la roya asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow y Sydow en el sur de Brasil, por tanto fue necesario evaluar el avance del hongo y su efecto en el rendimiento del cultivo. Las evaluaciones fueron realizadas en experimentos de campo con 64 parcelas (2.7 x 5 m del cultivar Glycine max L. (Nidera 5909 RG, establecido el 05/12/09. Para generar gradientes de la enfermedad se utilizaron los fungicidas tebuconazol y epoxiconazol + piraclostrobina, en una, dos o tres aplicaciones en estadios fenológicos diferentes. La enfermedad fue cuantificada por el número de lesiones y urédias, posteriormente convertido para severidad (%. Se cuantificó también el índice de área foliar (IAF al final del llenado de granos y los componentes de rendimiento después de la cosecha. La severidad promedio final de la enfermedad superó el 50%. Las diferencias en severidad entre los estratos de la planta fueron influenciados por la cantidad inicial de la enfermedad, una vez que las tasas de progreso, determinadas por los modelos Logístico y de Gompertz, fueron semejantes entre los estratos (0.13 a 0.14 para Logístico y 0.10 a 0.11 para Gompertz. El IAF fue bajo (1.96 en las plantas no tratadas vs. 4.40 en el tratamiento con cuatro aplicaciones de epoxiconazol + piraclostrobina. Los programas de control iniciados en el estadio fenológico V9, con dos o tres aplicaciones, difirieron del testigo en el IAF. El número de vainas y granos por planta, así como de granos por vaina, no variaron entre los tratamientos. Sólo existió diferencia en el peso de granos del estrato superior, cuando los fungicidas fueron aplicados dos o tres veces a partir del estadio fenológico V9.

  1. Influência da temperatura e do teor de humidade do solo na área foliar e acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha, do milho e do girassol Influence of temperature and soil moisture on leaf area and dry matter accumulation during establishment of pea, maize and sunflower

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Andrade

    2007-07-01

    Full Text Available O crescimento foliar e a acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha (Pisum sativum L., var. Ballet, do milho (Zea mays L., var. Lorena e do girassol (Helianthus annuus L., var. Flora-sol foram estudados em função da temperatura e do teor de água num solo Pmg(Évora e num Cb (Lisboa, entre Junho de 1995 e Novembro de 1996. Mediu-se a temperatura do solo a 2 e 4 cm de profundidade, a temperatura do ar e a humidade do solo. A área foliar das plântulas foi estimada a partir de medições do comprimento e da largura de cada folha. A acumulação de matéria seca foi avaliada pela pesagem da parte aérea das plântulas após secagem em estufa. Os dados foram analisados com base no conceito de tempo térmico. Para teores de humidade superiores a 50% da capacidade utilizável de cada solo, a área foliar durante o estabelecimento da ervilha e do milho aumentou linearmente com a temperatura acumulada, enquanto que a do girassol aumentou exponencialmente durante o mesmo período. A relação entre a acumulação de matéria seca de qualquer das culturas e a temperatura acumulada foi exponencial. O tipo de solo influenciou significativamente o “início da expansão foliar” da ervilha e do girassol, a “taxa térmica de expansão foliar” do milho e a acumulação de matéria seca da ervilha e do milho. O “início da expansão foliar” da ervilha ocorreu mais cedo no solo Cb enquanto que o do girassol ocorreu mais cedo no solo Pmg. A expansão foliar do milho foi mais rápida no solo Pmg. A acumulação de matéria seca da ervilha foi mais rápida no solo Cb, enquanto que a do girassol foi mais rápida no solo Pmg. Em ambos os solos, baixos teores de humidade afectaram negativamente a expansão da área foliar e a acumulação de matéria seca.Leaf area expansion and accumulation of dry matter during the establishment of pea (Pisum sativum L., var. Ballet, maize (Zea mays L., var. Lorena and sunflower (Helianthus annuus

  2. Análise proteômica de genótipos de porta-enxertos de videira inoculados com RFhizophagus irregularis e Fusarium oxysporum f. sp. herbemontis

    OpenAIRE

    Vilvert, Elisa

    2013-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2013 O declínio e morte das videiras, causados pelo fungo Fusarium oxysporum f. sp. herbemontis, é um dos principais problemas fitossanitários da viticultura no Sul do Brasil. A erradicação das plantas contaminadas é a principal forma de controle desta doença, por não haver controle químico eficiente. A inoculação com fungos ...

  3. Desfolha parcial em videiras e seus efeitos em uvas e vinhos Cabernet Sauvignon da região da Campanha do Rio Grande do Sul, Brasil Partial de foliation on vines and its effects on Cabernet Sauvignon grapes and wines from the southwest of Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Hermann Pötter

    2010-09-01

    Full Text Available A desfolha no vinhedo tem como principais objetivos aumentar a radiação solar e a aeração na região dos frutos, para melhorar a coloração e a maturação das uvas tintas, além de reduzir a incidência de podridões, visando, com isso, obter vinhos de qualidade superior. O principal objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da desfolha nos parâmetros físico-químicos das uvas e dos vinhos Cabernet Sauvignon de Dom Pedrito, região da Campanha, Rio Grande do Sul (RS. As uvas foram colhidas em março de 2008, sendo provenientes de um vinhedo comercial cultivado em espaldeira. A desfolha foi realizada na base dos ramos, somente no lado que recebe o sol da manhã, com intensidade de aproximadamente 20%, no estádio fenológico grão "ervilha". As microvinificações foram feitas com controle de temperatura, em tanques de vidro em triplicata, com oito dias de maceração. Os resultados mostraram que o tratamento com desfolha apresentou mostos com pH significativamente mais baixo e maior acidez total. As cascas das uvas e os vinhos do tratamento com desfolha apresentaram aumento significativo no teor de polifenóis totais. A desfolha também propiciou vinhos com maior intensidade de cor, antocianinas totais, extrato seco e açúcar redutor, e menor teor de nitrogênio. Nos vinhos, não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos para acidez total e volátil, pH, álcool, densidade, extrato seco reduzido e teor de potássio. Conclui-se que a prática da desfolha em vinhedos da região da Campanha melhora a qualidade dos vinhos.The practice of partial defoliation in vineyards has as main objectives increase sunlight and ventilation for the fruit, aiming to improve color and maturity in red grapes and helping to reduce fungal diseases, which should result in better wine quality. The main aim of this research was to evaluate the effects of partial defoliation on the quality of Cabernet Sauvignon grapes and wines from Dom

  4. Molecular characterization of grapevine from Santa Catarina, Brazil, using microsatellite markers Caracterização molecular de videiras de Santa Catarina por marcadores microssatélites

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariane Ruzza Schuck

    2009-05-01

    bancos de dados online, para a identificação de correspondências e casos de sinonímia e homonímia. Quarenta perfis moleculares corresponderam a variedades conhecidas, e 27 genótipos foram descritos pela primeira vez. A existência de um germoplasma típico, composto principalmente de variedades americanas e híbridas, é um fator importante para a viticultura local. A aplicação desses resultados poderá contribuir para o controle de qualidade e a certificação de mudas. Além disso, aumentar a precisão no que tange à caracterização genética da videira, auxiliará os programas de melhoramento genético.

  5. Method of determination of the leaf area of the potato cultivar Ágata from linear dimensionsMétodo de determinação da área foliar da cultivar de batata Ágata a partir de dimensões lineares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidnei Osmar Jadoski

    2012-12-01

    Agricultura, no Departamento de Agronomia da Universidade Estadual do Centro Oeste, em Guarapuava-PR. O objetivo foi avaliar a eficiência do ajuste de diferentes modelos matemáticos para determinação da área foliar de plantas de batata da cultivar Ágata. As avaliações foram realizadas considerando as dimensões de 100 folhas de diversos tamanhos, que foram coletadas aleatoriamentena fase de máximo desenvolvimento vegetativo das plantas. Os dados obtidos foram submetidos a analise de regressão, sendo testados seis diferentes modelos matemáticos: função linear, quadrática, cúbica, e os modelos exponenciais de crescimento, Gauss e Lorentz, utilizando o comprimento e a largura de folhas como variável independente para o ajuste em função da área foliar real medida em laboratório. A variável comprimento e o produto do comprimento x largura da folha foram as que apresentaram os melhores resultados de ajuste aos modelos testados. Com maior ênfase para o comprimento, para o qual todos os modelos testados apresentaram significância estatística. Concluiu-se que o comprimento da folha é o parâmetro mais adequado para ser utilizado em avaliações da área foliar de plantas de batata cv. Ágata, sendo a função exponencial de crescimento e Lorentz as menos recomendadas devido aos menores coeficientes de ajuste.

  6. Destino do nitrogênio em videiras 'chardonnay' e 'riesling renano' quando aplicado no inchamento das gemas Nitrogen destiny in 'chardonnay' and 'riesling renano' grapevines, when applied in bud break

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2006-12-01

    Full Text Available No Rio Grande do Sul, o teor de N na folha inteira ou pecíolo e a expectativa de produção têm sido usados tanto para a tomada de decisão quanto no estabelecimento da dose de N a ser aplicada na cultura da videira. Entretanto, se carece de conhecimentos sobre a utilização, a distribuição e a acumulação na planta do N aplicado. O presente trabalho objetivou estimar o destino do N em videiras produtivas quando aplicado na época do inchamento das gemas. O experimento foi conduzido na safra 2002-2003 em um vinhedo de viníferas, cvs. Chardonnay e Riesling Renano, na Embrapa Uva e Vinho, em Bento Gonçalves - RS, sobre um Neossolo Litólico. As videiras receberam a aplicação de 15,91g N planta-1 no inchamento das gemas, correspondendo a 40 kg N ha-1, enriquecido com 4% de átomos 15N em excesso. Foram coletadas gemas brotadas e folhas na parte central do ramo emitido no ano, em oito épocas na cv. Chardonnay e sete épocas na cv. Riesling Renano. Na última coleta das folhas, as videiras foram cortadas e separadas em cachos, folhas, ramos do ano, ramos dos anos anteriores e caule. Foram secadas, determinada a produção de matéria seca e os teores de N total e 15N. Os resultados mostraram que a maior porcentagem de N nas folhas das videiras, cvs. Chardonnay e Riesling Renano, na brotação até a colheita da uva, é derivada de formas diferentes de N aplicado no inchamento das gemas. Na colheita da uva, a maior quantidade do N acumulado nas partes anuais e perenes das videiras é derivada do N do solo, sendo muito pequenas as quantidades de N aplicado no inchamento das gemas armazenado nas partes perenes.The grapevines N fertilization levels in Southern Brazil use to be accounted as function of N leaf and leaf petioles rates for a limit yield expectation, without any information about the inner N dynamics in the grapevines. This experiment was carried out in 2002/03, to estimate the N destiny as N broadcasted on the vineyard soil with

  7. Fotossíntese foliar do capim-xaraés [Brachiaria brizantha (A. Rich.) Stapf. cv. Xaraés] e modelagem da assimilação potencial de dosséis sob estratégias de pastejo rotativo

    OpenAIRE

    Pedreira,Bruno Carneiro e; Pedreira,Carlos Guilherme Silveira

    2007-01-01

    Objetivou-se com este trabalho quantificar a fotossíntese foliar ao longo do período de rebrotação e modelar a fotossíntese de dosséis vegetativos em função da arquitetura foliar e do ambiente luminoso em pastagens de capim-xaraés [Brachiaria brizantha (A. Rich.) Stapf.] submetidas a estratégias contrastantes de pastejo rotativo. Na fase inicial de rebrotação, o potencial fotossintético foi pequeno, em média 10,4 µmol CO2 m-2 s-1 e, no tratamento de maior intervalo de pastejo (100% IL), esse ...

  8. Biologia e tabela de vida de fertilidade de Spodoptera eridania (Cramer (Lepidoptera: Noctuidae em morangueiro e videira Biology, fertility life table and effect of insecticides on Spodoptera eridania (Cramer (Lepidoptera: Noctuidae in strawberry and grape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Caroline Bortoli

    2012-12-01

    Full Text Available A biologia de Spodoptera eridania foi estudada em laboratório (22±1ºC, UR 70±10%, fotofase de 14 horas, em folhas de morangueiro (Fragaria x ananassa cv. 'Aromas' e videira (Vitis vinifera cv. 'Cabernet Sauvignon'. A duração e a viabilidade do ciclo total foram, respectivamente, de 52,2±1,32 dias e 37,6% para morangueiro e 42,2±0,45 dias e 25,5% para videira. A razão sexual em morangueiro foi de 0,58, e 0,48 em videira. A longevidade média de machos e fêmeas em morangueiro foi de 16,3±1,16 e 15,8±1,85 dias, respectivamente, e 5,6±0,88 e 7,3±0,83 dias em videira. A fecundidade média total foi de 1.747,5±187,32 ovos por fêmea em morangueiro, e 1.764,9±289,04 em videira. A tabela de vida de fertilidade mostrou que a taxa líquida de reprodução e a razão finita de aumento foram de 394,89 e 1,10, respectivamente, para morangueiro, e de 213,98 e 1,12 para videira. As culturas do morangueiro cv. 'Aromas' e da videira cv. 'Cabernet Sauvignon' são hospedeiras favoráveis e equivalentes quanto ao potencial de crescimento populacional de S. eridania.The biology of Spodoptera eridania was studied in the laboratory (22±1ºC, RH 70±10%, 14 hours of photoperiod in leaves of strawberry (Fragaria x ananassa cv. 'Aromas' and grape (Vitis vinifera cv. 'Cabernet Sauvignon'. The duration and viability of the entire cycle were respectively 52.2±1.32 days and 37.6% for strawberry and 42.2±0.45 days and 25.5% for grapes. The sex ratio in strawberry was 0.58 and 0.48 on grape. The average longevity of males and females in strawberry was 16.3±1.16 and 15.8±1.85 days, respectively, and 5.6±0.88 and 7.3±0.83 days in grape. The mean fecundity was 1,747.5±187.32 eggs per female in strawberry and 1,764.9±289.04 on grape. The life table of fertility showed that the net reproduction rate and finite rate of increase were 394.89 and 1.10, respectively, for strawberry and 213.98 and 1.12 for grapevine. Strawberry cv. 'Aromas' and grape cv

  9. Leaf area estimation of medium size plants using optical metrology Estimativa da área foliar de plantas de médio porte com metrologia óptica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kleber M. Ribeiro

    2013-06-01

    Full Text Available The total leaf area (TLA estimation is an important feature of the crops and their assessment a challenge, since the direct methods of obtaining it are destructive and time consuming. Non-destructive methods have been explored to obtain the TLA by indirect approaches, in turn creating other features, as the leaf area index. The development of non-destructive technology to access the TLA of a plant has been the subject of much research, and the optical metrology is an promising approach. In this work, some indirect methods associated with optical approaches were evaluated as an alternative to obtain the TLA of the coffee plant. Commercial equipment were used, such as a camera with a fish eye lens and lux meters, associated to the sizes of the canopies were tested and compared to another non-destructive method and with methods proposed in the literature. The association between production and the TLA estimated was also evaluated. The results showed that the commercial equipment, generally used in forestry, was not the best approach in coffee plants, and that the methods related to the size and lux values of the plants were the best alternatives to estimate the TLA of the coffee plant.A estimativa da área foliar total (AFT é uma importante característica das culturas cuja avaliação é um desafio visto que métodos diretos de obtê-la são destrutivos e consome tempo. Métodos não destrutivos têm sido explorados com vista a se obter a AFT por meio de abordagens indiretas e, por sua vez, a criação de outros recursos, como o índice de área foliar. O desenvolvimento de tecnologia não destrutiva para acessar a AFT de uma planta tem sido objeto de muitas pesquisas e a metrologia óptica é uma abordagem promissora. Neste trabalho alguns métodos indiretos associados com as abordagens ópticas foram avaliados como alternativa para obtenção da AFT do cafeeiro. Equipamentos comerciais foram usados, como uma câmera com lente olho de peixe e

  10. Degradação in vitro de tecidos da lâmina foliar e do colmo de gramíneas forrageiras tropicais, em função do estádio de desenvolvimento In vitro digestion of leaf blade and stem tissues of tropical forage grasses according to stages of development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingos Sávio Campos Paciullo

    2002-04-01

    Full Text Available O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da idade sobre o potencial de degradação dos diferentes tecidos da lâmina foliar e do colmo de capim-braquiária (Brachiaria decumbens, capim-gordura (Melinis minutiflora e capim-tifton 85 (Cynodon sp. Foram amostradas a 7ª (capim-braquiária e capim-gordura e a 11ª (capim-tifton 85 lâminas foliares, no dia da exposição da lígula e 20 dias após. Por meio de observações ao microscópio foram estimadas a extensão da digestão in vitro dos tecidos da lâmina e do colmo e a redução na espessura da parede de células do esclerênquima do colmo. Lâminas foliares e segmentos de colmos jovens apresentaram maiores áreas digeridas. Permaneceram intactos os tecidos com células de parede espessada e lignificada, a bainha parenquimática dos feixes, o esclerênquima, o xilema e a epiderme do colmo. Tecidos com células de parede delgada, normalmente não-lignificada, o mesofilo, o floema e o parênquima, desapareceram completamente. O avanço na idade reduziu a digestão do mesofilo, em lâminas de capim-braquiária e capim-gordura, e do parênquima em colmos, principalmente de capim-gordura. A epiderme na lâmina foliar foi parcialmente digerida, independentemente da idade e da espécie. Embora aparentemente intactas, células esclerenquimáticas do colmo sofreram redução da espessura da parede com a incubação em líquido ruminal. A porcentagem de redução variou de 7 a 37% e a taxa de redução da espessura de 0,007 a 0,018 µm/h.A trial was carried out to evaluate the change in digestion of tropical grasses leaf and stem tissues with age. The grasses were signalgrass (Brachiaria decumbens, molassesgrass (Melinis minutiflora and Tifton 85 bermudagrass (Cynodon sp. The 7th leaf of signalgrass and molassesgrass and the 11th leaf of bermudagrass were sampled by the time of their complete expansion (ligule exposure and 20 days later. Segment of stem just below the sampled

  11. Dinâmica temporal da mancha foliar da 'Gala' em macieiras conduzidas sob os sistemas de produção convencional e orgânico Temporal dynamic of 'Gala' leaf spot in apples under conventional and organic production systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amauri Bogo

    2010-02-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a dinâmica temporal da Mancha Foliar da 'Gala' em macieira nos sistemas convencional e orgânico de produção, em condições edafo-climáticas do Planalto Catarinense. A incidência e severidade foram quantificadas quinzenalmente, em 100 folhas, distribuídas em quatro ramos da cultivar 'Royal Gala' com 12 repetições, gerando 16 mapas em cada sistema de produção. A severidade foi avaliada de acordo com escala diagramática específica. Com os dados obtidos, foram plotadas curvas de progresso da doença, e as epidemias foram comparadas em relação à a início do aparecimento dos sintomas (IAS; b tempo para atingir a máxima incidência e severidade da doença (TAMID e TAMSD; c valor máximo de incidência e severidade da doença (Imax e Smax; e d área abaixo da curva de progresso da incidência e severidade da doença (AACPID e AACPSD. Os dados de incidência e severidade foram analisados por meio de análise de regressão linear simples, sendo ajustados para três modelos empíricos, Logístico, Monomolecular e Gompertz. A cultivar 'Royal Gala' foi suscetível ao Colletotrichum sp., e as maiores intensidades de doença foram registradas no sistema de produção orgânico. O modelo mais apropriado para descrever o progresso da doença foi o Logístico e, por meio do uso da incidência, não foram detectadas diferenças significativas entre os sistemas de produção, porém a taxa de progresso da severidade da doença foi significativamente maior no sistema de produção orgânico do que no convencional.This study aimed to evaluate the temporal dynamic of 'Gala' leaf spot under conventional and organic systems of production in edafoclimatic conditions of Santa Catarina plateau. The incidence and severity were quantified biweekly in 100 leaves distributed in four branches of the "Royal Gala" cultivar with 12 replications, generating 16 maps for each system of production. The disease severity was evaluated

  12. Tolerância de porta-enxertos de videira ao alumínio do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Fráguas

    1999-07-01

    Full Text Available Onze porta-enxertos e duas cultivares americanas de videira (Vitis spp foram avaliadas mediante níveis de saturação por Al no solo (Cambissolo Húmico álico, objetivando alcançar a tolerância diferenciada ao Al. O trabalho foi conduzido em casa de vegetação, com seis tratamentos completamente casualizados e quatro repetições, na Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Uva e Vinho, em Bento Gonçalves, RS, no período de 1987 a 1990. As características avaliadas foram: altura das plantas, comprimento das raízes, peso da matéria seca da parte aérea e das raízes e teores de P, K, Ca e Mg em folhas e raízes. Diante dos acréscimos ou aumentos verificados em cada característica (variação % e por cultivar, foi possível estabelecer a tolerância diferenciada das cultivares. O teor de K na parte aérea não foi afetado pelos níveis de saturação por Al, enquanto os teores de Ca e Mg foram os mais afetados. O teor de P teve um comportamento estável entre os níveis de saturação por Al. As cultivares Isabel e Cunningham apresentaram diferença na tolerância ao Al do solo; a Cunningham teve melhor comportamento. Os porta-enxertos R99, Rupestris du Lot e Kober 5BB, juntamente com Isabel, foram os mais sensíveis ao Al, e P1103, 101-14 e 196-17Cl foram os mais tolerantes.

  13. Produção e qualidade da videira 'Superior Seedless' sob restrição hídrica na fase de maturação Production and quality of 'Superior Seedless' grapes under irrigation restrictions during berry maturation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Borges Marinho

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das condições de deficit hídrico, na fase de maturação da uva, sobre a produção e qualidade da uva 'Superior Seedless' entre julho e novembro de 2007. O experimento foi realizado em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições, em arranjo fatorial (3x3 + 1: três épocas de alteração da aplicação das lâminas de irrigação (21, 13 e 5 dias antes da colheita; três lâminas de irrigação (100, 50 e 0% da evapotranspiração da cultura; e um tratamento controle (manejo de irrigação adotado pelo produtor. As épocas de irrigação e as lâminas de irrigação utilizadas influenciaram a firmeza das bagas e a acidez titulável. A interrupção da irrigação, aos 13 ou 21 dias antes da colheita, resultou em produtividade, qualidade de frutos e eficiência do uso da água semelhante às obtidas pelo produtor, assim, pode ser adotada para economia da água de irrigação na Região do Submédio do Vale do São Francisco.The objective this work was to evaluate the effect of water deficit conditions, during the maturation phase of grapes, on the production and quality of the 'Superior Seedless', between July and November of 2007. The experiment was carried out in a randomized block design, with four replicates, in a (3x 3 + 1 factorial arrangement: three times of alteration of the irrigation depths (21, 13 e 5 days before harvest; three irrigation depths (100, 50 e 0% of crop evapotranspiration; and a control treatment, which was the producer's irrigation management scheme. Irrigation timing and depth influenced berry firmness and titrable acidity. The management with cut-off irrigation depths at 13 or 21 days before harvesting and the control had the same yield, grape quality and water use efficiency, and may be adopted to save water for irrigation in the São Francisco Valley region.

  14. Desponte dos ramos da videira e seu efeito na qualidade dos frutos de 'Merlot' sobre os porta-enxertos 'Paulsen 1103' e 'Couderc 3309' Shoot topping on Merlot grapevines grafted on Paulsen 1103 and Couderc 3309 and its effects on the quality of grapes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Fontanella Brighenti

    2010-03-01

    Full Text Available A produção de uvas viníferas nas regiões de altitude do Estado de Santa Catarina é recente e existem poucos dados de pesquisa sobre o comportamento das diferentes cultivares neste local. Os objetivos do trabalho foram testar o efeito de diferentes níveis de desponte do dossel vegetativo e avaliar a influência de dois porta-enxertos nas características dos frutos produzidos. O experimento foi realizado em São Joaquim-SC (28º17'38" S e 49º55'54" W, a uma altitude média de 1.250 m, na Vinícola Villa Francioni, com a cultivar Merlot enxertada em 'Paulsen 1103' e 'Couderc 3309'. Os tratamentos consistiram no desponte em diferentes níveis, mantendo as áreas foliares de 4,5; 2,5; 2,0 e 1,5 m² kg-1 de uva em dois porta-enxertos. Foram avaliados número de bagas por cacho, diâmetro de bagas, pH, sólidos solúveis totais, antocianinas, índice de polifenóis totais, comprimento e peso de cacho. As plantas enxertadas em 'Paulsen 1103' apresentaram a máxima eficiência para o nível de desponte de 3,4 m² kg-1de uva, já as plantas enxertadas sobre 'Couderc 3309' apresentaram a máxima eficiência com a manutenção de uma área foliar de 3,0 m² kg-1 de uva. Os diferentes porta-enxertos não interferiram nos compostos fenólicos dos frutos. No ciclo de 2005/06, Couderc 3309 produziu frutos com maiores teores de sólidos solúveis totais e, no ciclo de 2006/07, produziu cachos mais pesados.The production of grapevines in regions of high altitude of Santa Catarina state is recent and there are few data on the behavior of different cultivars. The objective of this work was to verify the effect of different levels of shoot topping and evaluate the influence of two rootstocks on the characteristics of the fruit produced. The experiment was conducted in the city of São Joaquim, Santa Catarina state (28º17'38" S and 49º55'54" W, in an altitude of 1.250m, at Villa Francioni Vineyards, with Merlot grapevine grafted on Paulsen 1103 and Couderc

  15. Características da epiderme foliar de eucalipto e seu envolvimento com a tolerância ao glyphosate Characteristics of eucalypt leaf epidermis and its role in glyphosate tolerance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.D. Tuffi Santos

    2006-09-01

    Full Text Available Em áreas de reflorestamento, a deriva do glyphosate causa injúrias nas plantas de eucalipto. Trabalhos preliminares de pesquisa e observações de campo apontam para uma tolerância diferencial ao glyphosate entre os genótipos cultivados. Nesse contexto, objetivou-se estudar as estruturas anatômicas da epiderme foliar de cinco espécies de eucalipto, correlacionando com a tolerância ao glyphosate em deriva simulada. Utilizou-se o esquema fatorial, sendo cinco espécies (Eucalyptus urophylla, E. grandis, E. pellita, E. resinifera e E. saligna e cinco subdoses (0; 43,2; 86,4; 172,8 e 345,6 g e.a. ha-1 de glyphosate, simulando uma deriva. Imediatamente antes da aplicação do herbicida, coletaram-se folhas, totalmente expandidas, para análise anatômica da superfície epidérmica segundo metodologia de dissociação. Entre as espécies estudadas, E. resinifera mostrou-se mais tolerante à deriva de glyphosate, apresentando os menores valores de porcentagem de intoxicação aos 45 dias após aplicação, não sendo encontrada diferença entre as demais espécies. As cinco espécies apresentam folhas glabras, anfiestomáticas, com estômatos do tipo anomocítico e cutícula proeminente. Apesar de presentes em ambas as faces, os estômatos são raros na face adaxial, apresentando baixo índice e densidade estomática. Os maiores valores para índice estomático foram observados em E. resinifera, enquanto E. saligna apresentou a maior densidade estomática. Cavidades subepidérmicas evidenciadas na superfície pelas células de cobertura estão presentes nas cinco espécies, com maior densidade em E. pellita. Houve alta correlação entre a porcentagem de intoxicação por glyphosate e o número de células epidérmicas da superfície adaxial, indicando envolvimento desta característica com a tolerância diferencial ao herbicida. Estudos sobre absorção, translocação e metabolismo do glyphosate em eucalipto devem ser realizados para elucidar

  16. Foliar Epidermal Studies of Plants in Euphorbiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. A. Thakur

    2014-03-01

    Full Text Available This paper describes foliar epidermal structure in 17 species belonging to 17 genera of the family Euphoprbiaceae. Anomocytic stomata is predominant, rarely they are anisocytic, paracytic on the same foliar surface with different combinations. Leaves are hypostomatic and rarely amphistomatic. The foliar surface is smooth, rarely striated. The foliar epidermal cell walls are straight or undulate. Distribution of stomata, stomatal index, stomatal frequency, stomatal size and other cell wall contours are described in detail.

  17. Allometric models for determining leaf area in the ‘PH-16’ cocoa tree in the shade and in full sun = Modelos alométricos para determinação da área foliar de cacaueiro ‘PH-16’ em sombreamento e pleno sol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilson Romais Schmildt

    2017-03-01

    Full Text Available The aim of this work was to study the statistical modelling of leaf area in the cocoa tree (Theobroma cacao L. ‘PH - 16’, in a shaded environment and in full sun. Two hundred leaves (100 from plants grown in the shade and 100 grown in full sun were randomly collected from cacao plants in plantations in the city of Linhares in the State of Espírito Santo, Brazil, to study their linear measurements. The leaves were separated into two groups, one to estimate the equations and the other to validate the equations. All leaves were characterised for length (C, width (L and leaf area. Leaf area was estimated by linear, power and exponential models from the measurements of C, L and CL as independent variables. When validating the equations, the equation proposed by Azomaning and Lockard was also evaluated. There is a difference in leaf morphology between cocoa grown in the shade and in full sun, however the environment does not statistically affect the intercept in the linear and power models, justifying modelling from the joint use of leaves of the two environments. It is possible to estimate leaf area in the cocoa plant from allometric equations, with the equations that use the product of CL as the explanatory variable being more precise. The power model equation AFE = 0.6736 (LW1.0036 is best suited for estimating leaf area in ‘PH-16’ cocoa, and can be used both for the leaves of plants in shaded environments and in full sun. = Objetivou-se com este trabalho estudar a modelagem estatística da área foliar de cacaueiro (Theobroma cacao L. ‘PH-16’, em ambiente sombreado e a pleno sol. Coletaram-se aleatoriamente 200 folhas de cacaueiro (100 foram de plantas em cultivo sombreado e 100 em cultivo a pleno sol, situadas em lavouras cacaueiras no município de Linhares (ES, para estudo de suas medidas lineares. As folhas foram separadas em dois grupos, um para estimativa das equações e outro para validação dessas equações. Todas as folhas

  18. Parâmetros fitotécnicos e condições microclimáticas para videira vinífera conduzida sob dupla poda sequencial Plant parameters and microclimatic conditions for wine grapes cultivated under sequential double pruning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio O. Santos

    2011-12-01

    Full Text Available A qualidade do vinho depende da qualidade da uva produzida. As condições microclimáticas incidentes no período de crescimento e desenvolvimento da videira, especialmente na fase do estabelecimento do fruto até a colheita, afetam a qualidade do fruto. A dinâmica da água no solo tem papel importante sobre a qualidade do mosto produzido à vinificação. Em São Paulo, nas bacias de maior concentração atual da vitivinicultura ocorre um período chuvoso que se estende de novembro a fevereiro, que alcança grande parte das variedades da região em fase de crescimento e maturação da baga, o que afeta negativamente a qualidade da uva e do vinho, na maioria das safras. Por outro lado, nas mesmas regiões ocorre um período mais favorável, que é o outono/inverno com potencial de soma térmica promissor para o crescimento da videira e com incidência de um longo período de baixa pluviometria, que vai de abril a outubro. Um experimento foi conduzido, objetivando estudar o cultivo da videira nas duas estações microclimáticas descritas. Avaliou-se a composição físico-química do fruto e a condições microclimáticas para maturação da baga da videira, de 2008 a 2010. Os resultados mostraram que as variedades de videira estudas desenvolveram maior potencial de qualidade da baga, quando cultivada no período de outono-inverno, sendo o efeito mais marcante sobre Vitis vinifera.The wine quality depends on the quality grapes produced. Actual micrometeorological conditions occurring in the time frame of grapevine growth and development will impact berry quality, especially from berry set to the harvest. Soil-water dynamics plays an important role on the quality grape must achieved at the vinification. In the São Paulo State (Brasil in the regions of greatest clustering of vintners, there is a marked rainy time-frame from November to February, which matches with the vine time-cycle when the majority of grape varieties are in the berry set to

  19. Controle da pérola-da-terra, Eurhizococcus brasiliensis (Hempel) (Homoptera:Margarodidae), através da insetigação

    OpenAIRE

    Hickel, Eduardo R.; Peruzzo, Edegar L.; Schuck, Enio

    2001-01-01

    A pérola-da-terra, Eurhizococcus brasiliensis (Hempel) (Homoptera: Margarodidae), é a principal praga da videira no Sul do Brasil. As estratégias normais de controle desta praga não afetam a população do inseto porque os indivíduos estão no subsolo e desenvolvem um corpo globoso resistente a intempéries. Assim sendo, um ensaio foi conduzido em laboratório para verificar a possibilidade de aplicar a insetigação no controle da pérola-da-terra. Tubos de 50 mm de altura de cano PVC (150 mm fi) fo...

  20. Respostas do capim-Tifton 85 à aplicação de nitrogênio: cobertura do solo, índice de área foliar e interceptação da radiação solar Responses of the grass Tifton 85 to the application of nitrogen: soil cover, leaf area index, and solar radiation interception

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.P.P. Oliveira

    2010-04-01

    Full Text Available Estudaram-se os efeitos da adubação nitrogenada sobre o crescimento do capim Tifton 85 (Cynodon spp. cv. Tifton 85, em termos de ocorrência de plantas e altura do dossel, índice de área foliar e interceptação de radiação fotossinteticamente ativa. O estudo foi desenvolvido sobre um planossolo de ocorrência em campo experimental. Os tratamentos consistiram de níveis de N (0; 150; 300; 450 e 600kg/ha de N-ureia, aplicados em duas vezes, arranjados em um desenho experimental de blocos inteiramente ao acaso, com quatro repetições. As avaliações foram realizadas semanalmente, entre 10 e 40 dias após o corte. Tanto a ocorrência de plantas como a altura do dossel responderam à adubação nitrogenada, conforme um padrão de resposta que variou, sazonalmente, em função das doses de N em interação com as condições ambientais. A expansão da área foliar e a interceptação da radiação fotossinteticamente ativa associada, também foram controladas direta e proporcionalmente pelas doses de N aplicadas, sendo maximizadas a valores de índice de área foliar em torno de 4,0.The effects of nitrogen (N fertilization levels on the growth patterns of the grass Tifton 85 (Cynodon spp. cv.Tifton 85 were studied in terms of occurrence of plants, sward height, leaf area index, and photosynthetically active radiation interception (PARint. The field trial was made in an experimental area. Treatments consisted of N levels (0; 150; 300; 450; and 600kg/ha N-urea, split in two applications arranged in an experimental design of entirely randomized blocks with four repetitions. Plots were weekly sampled, from the day 10th to 40th after cutting. Both occurrence of plants as well as sward height were responsive to nitrogen fertilization according to a response pattern that seasonally varied, depending on N rates and environmental conditions; thus, demonstrating their sensitivity as indicators of growth conditions and canopy structure. Leaf expansion

  1. Formação de mudas de videira enxertada sob coberturas no submédio vale do são francisco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almir Rogerio Evangelista Souza

    2014-10-01

    Full Text Available Os porta-enxertos influenciam direta e indiretamente a produção e qualidade dos frutos da videira, sendo que o porta-enxerto mais adequado para as condições semiáridas brasileiras deve reunir características, como vigor, tolerância a pragas, doenças e, sobretudo, nematoides que estão presentes nos solos. Além de enraizar e cicatrizar facilmente na enxertia e resistir às condições adversas de solo deve apresentar boa afinidade com as variedades copa que se pretende enxertar. Este trabalho teve como objetivo avaliar a formação de mudas da ‘Crimson Seedless’ sobre diferentes porta-enxertos sob reduzida interceptação luminosa. Entre os porta-enxertos avaliados, o ‘Harmony’ apresentou os melhores índices na formação de mudas com a ‘Crimson Seedless’ sob sombreamento 50%. As maiores perdas de mudas foram obtidos pelo ‘Salt-Creeck’ e ‘IAC-313’ em ambas condições de sombreamentos. 

  2. Absorção de macronutrientes por porta-enxertos e cultivares de videira em hidroponia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albuquerque Teresinha Costa Silveira de

    2000-01-01

    Full Text Available A proposta deste trabalho foi detectar a capacidade de absorção de macronutrientes nos porta-enxertos de videira ?Tropical? - IAC 313, ?Jales? - IAC 572, ?Campinas? - IAC 766, ?Dog Ridge?, ?Salt Creek? e ?Harmony? de possível utilização para as cultivares Thompson Seedless e Italia. Os porta-enxertos e as produtoras foram propagados por estacas semi-lenhosas com 2 gemas, enraizadas em areia grossa lavada até que o sistema radicular permitisse o transplantio para recipientes de 3L de volume, contendo 2 partes de sílica e 1 parte de areia grossa. As mudas foram uniformizadas através de poda, tanto do sistema radicular quanto da parte aérea. A solução nutritiva foi aplicada por irrigação em sistema fechado de gotejamento, acionado por temporizador. Quando as plantas apresentavam, em média, um ramo com 1,50m de comprimento, foi realizada a poda do sistema aéreo, colocando-se o material para secar. As amostras foram moídas e analisadas quanto ao teor de macronutrientes. A análise dos dados permitiu concluir que: a produção de biomassa apresenta alta correlação com a quantidade acumulada de nutrientes; o porta-enxerto ?Jales? apresentou o maior valor de produção de matéria seca da parte aérea, sendo pois considerado o mais vigoroso, vindo a seguir os porta-enxertos ?Tropical? e ?Campinas?; as produtoras ?Thompson Seedless? e ?Italia? e os porta-enxertos ?Harmony?, ?Dog Ridge? e ?Salt Creek? apresentaram valores menores de produção de matéria seca da parte aérea, considerados portanto menos vigorosos que os demais materiais estudados; o porta-enxerto ?Jales? foi o que extraiu maior quantidade de N, P, K e Ca, igualando-se ao ?Tropical? na extração de Mg; de modo geral, a extração de N, P, K, Ca e Mg pelas cultivares Thompson Seedless e Italia foi semelhante aos porta-enxertos ?Campinas?, ?Harmony?, ?Dog Ridge? e ?Salt Creek?.

  3. Potencial produtivo de videiras cultivadas sob cobertura de plástico Yield potential of grapevine cultivated under plastic cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Chavarria

    2009-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do uso de cobertura de plástico sobre os componentes do rendimento da videira (Vitis vinifera L. cultivar Moscato Giallo. O experimento foi realizado nas safras 2005/2006 e 2006/2007, em Flores da Cunha, RS, em duas áreas de vinhedo, uma com cobertura de plástico impermeável e outra sem cobertura (controle. O microclima foi avaliado quanto à temperatura e umidade relativa do ar, radiação fotossinteticamente ativa e velocidade do vento próximo ao dossel vegetativo e a os cachos. A avaliação dos componentes de rendimento ocorreu em delineamento experimental inteiramente ao acaso, e foram identificadas dez plantas marcadas aleatoriamente em cada área. Avaliaram-se a produção por planta e por hectare, o número de cachos por planta e por metro quadrado, o número de sarmentos por metro quadrado, a massa e comprimento de cacho, a massa de engaço, o número de bagas por cacho, o diâmetro transversal de bagas e a relação entre massa de película e massa de polpa. Acobertura de plástico possibilita aumento na produtividade, não afeta a relação entre massa de casca e massa de polpa das bagas e favorece a estabilidade de produção, independentemente das condições meteorológicas no ciclo.The objective of this work was to evaluate the effect of plastic cover on the yield components of grapevine (Vitis vinifera L. cultivar Moscato Giallo. The experiment was carried out in 2005/2006 and 2006/2007 crop seasons, in Flores da Cunha, RS, Brazil, in two vineyard areas, one covered with an impermeable plastic film and other without covering (control. The microclimate was evaluated in terms of air temperature, air relative humidity, photosynthetically active radiation and wind speed above canopy and close to clusters. The yield components were evaluated in a completely randomized design, in ten plants randomly selected in each area. Measures were made for production per plant, yield per

  4. Antecipação do período de diagnose foliar em laranjeira 'Pêra' no Amazonas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jairo Rafael Machado Dias

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade de se antecipar o período de realização da diagnose foliar em laranjeira 'Pêra'. Vinte e sete pomares representativos da região produtora de laranja do Estado do Amazonas foram monitorados durante o ano agrícola de 2011/2012. Foram realizadas diagnoses da composição nutricional (CND em amostras foliares retiradas durante a floração e quando a árvore apresentava frutos com três e seis meses de idade (época tradicional para o monitoramento nutricional. Pomares com produtividade superior a 25 Mg ha‑1 foram selecionados para o estabelecimento dos padrões de referência. O estado nutricional da laranja variou com o estádio fenológico no qual se realizou a amostragem foliar, o que fez com que fosse necessário estabelecer normas CND para cada período. Com a antecipação da diagnose para o período de floração, observou-se aumento nas concentrações foliares de N, P, K e Cu diminuição e nas de Ca. A antecipação da diagnose foliar em laranja 'Pêra' depende da geração de padrões nutricionais CND específicos para cada época de amostragem.

  5. Influence of grape genotype, ripening season, seed trace size, and culture date on in ovule embryo development and plant formation Influência do genótipo, época de maturação, tamanho da semente-traço e época da cultura sobre o desenvolvimento do embrião no óvulo e a formação da planta de videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso V. Pommer

    1995-01-01

    Full Text Available Eighteen seedless grape genotypes differing in ripening season (early, mid and late and in seed trace size (small, medium and large were harvested at 6, 10, 14, 18 and 22 weeks past bloom (wpb. Using embryo rescue techniques it was studied if embryo do abort as the fruit matures and what percent embryos remain viable at later stages. The size of seed trace was also investigated to determine its influence on embryo viability during maturation. It was found that genotype have great influence on embryo culture traits. Late maturing genotypes showed fewer rescued embryos, germinated embryos and transplantable plants than early and mid season ones. The best culture time for grape embryo rescue is 6 and 10 wpb. At these dates, the largest number of embryos, germinated embryos and transplantable plants were obtained. Genotypes with the largest ratio for seed trace weight/seed trace length (i.e., largest density showed the greatest tendency to have the largest number of ovules with embryos, more germinated embryos and more transplantable plants. The study also showed that it is possible to recover plants from mature fruit harvested late, although at a much reduced rate.Dezoito genótipos de uvas (Vitis vinifera L. apirenas, sem sementes diferindo na época de maturação (precoce, média e tardia c no tamanho da semente-traço (pequena, média e grande, foram colhidos a 6, 10, 14, 18 e 22 semanas após o florescimento. Usando técnicas de resgate de embrião, foi estudado se o embrião aborta à medida que o fruto amadurece e quais percentagens de embriões permanecem viáveis em estádios mais avançados. O tamanho da semente-traço também foi investigado para determinar sua influência na viabilidade do embrião durante a maturação. Verificou-se que o genótipo tem grande influência nas características relacionadas com a cultura de embrião. Genótipos de maturação tardia mostraram menos embriões resgatados e germinados e menos pl

  6. A contribuição da anatomia foliar para a taxonomia das espécies de Cyperus L. subg. Cyperus (Cyperaceae ocorrentes no sul do Brasil Contribution of leaf anatomy to the taxonomy Cyperus L. subg. Cyperus (Cyperaceae species from southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Marisa Hefler

    2010-09-01

    Full Text Available Foi analisada a anatomia foliar de 15 táxons de Cyperus subg. Cyperus ocorrentes na Região Sul do Brasil, na busca de caracteres anatômicos auxiliares para a sua identificação. Todos os táxons analisados possuem clorênquima radiado em torno dos feixes vasculares, anatomia Kranz do tipo Clorociperóide e cavidades aeríferas com diafragma de células estreladas. Os caracteres que mostraram maior valor diagnóstico foram a forma da lâmina foliar em secção transversal, a distribuição e estratificação da hipoderme e das células buliformes, o grau de desenvolvimento das cavidades aeríferas, e a distribuição dos feixes vasculares. Os resultados permitiram separar algumas espécies com morfologia externa semelhante, porém, não foram conclusivos para a definição de todos os complexos específicos e infra-específicos observados. Por outro lado, reforçaram a proposição de sinonímias já indicadas por dados da morfologia externa e da micromorfologia da superfície do fruto obtidos em estudos anteriores. É discutida a importância diagnóstica dos caracteres analisados e fornecida uma tabela comparativa entre os táxons.The leaf anatomy of 15 taxa of Cyperus subg. Cyperus from Southern Brazil was analyzed aiming to find anatomic characteristics useful for identification. All the taxa studied have radiate chlorenchyma around the vascular bundles, Kranz anatomy of the Chlorocyperoid type and air cavities with starred cells in the diaphragms. The most important diagnostic characters are leaf-blade shape in cross section, arrangement and stratification of hypoderm and bulliform cells, degree of air-cavity development, and vascular-bundle arrangement. The results were useful to separate some exomorphologically similar species but were not conclusive for the definition of all specific or infra-specific complexes observed. On the other hand, the results reinforced the proposition of synonymies indicated by previous exomorphological

  7. Características morfoanatômicas da epiderme foliar de plantas variantes e não variantes somaclonais de bananeiras (Musa sp. Colla cv. Prata-anã cultivadas in vitro Morphoanatomical characteristics of the leaf epidermis of variant plants and somaclonal non-variants of banana trees (Musa sp. Colla cv. Prata-anã cultivated in vitro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Araújo Lacerda

    2008-03-01

    Full Text Available A variação somaclonal corresponde ao aparecimento de plantas anormais durante o processo de multiplicação in vitro, principalmente relacionada à estatura, no caso o gigantismo. O objetivo deste trabalho foi averiguar as diferenças morfoanatômicas da epiderme foliar na tentativa de diferenciar as plantas de 'Prata-anã' em relação aos seus variantes somaclonais. A análise por microscopia eletrônica de varredura mostrou uma diferença significativa entre o diâmetro polar dos estômatos da 'Prata-anã' não variante e suas variantes, ambas em condições in vitro, observando-se que o mesmo não ocorre para as plantas in vivo. O número médio de estômatos é menor nas plantas variantes somaclonais, porém sem diferenças significativas a não ser para a planta PIII. A descamação de cera é evidente somente nas plantas variantes de ambos os materiais (in vitro e in vivo. Conclui-se que os caracteres morfoanatômicos da epiderme foliar, como densidade estomática, diâmetro estomático polar e a uniformidade da cera atuam como marcadores morfológicos para caracterizar as plantas micropropagadas de 'Prata-anã' em relação aos seus variantes somaclonais para a característica gigantismo.Somaclonal variation corresponds to the emergence of abnormal plants during the process of multiplication in vitro, mainly related to stature, in the case the gigantism. The aim of this work was to discover morphoanatomical differences of the leaf epidermis in an attempt to differentiate plants of "Prata-anã" from their somaclonal variants. Analysis by scanning electronic microscopy showed significant difference between the polar diameter of the stomata of the "Prata-anã" non-variant and its variants, both in vitro. The same does not happen for plants in vivo. The average number of stomata is lower in the somaclonal variant plants, but without significant differences except for plant PIII. Wax peeling is only evident in the variant plants of both the

  8. FOLIAR FERTILIZATION ON PINEAPPLE QUALITY AND YIELD ADUBAÇÃO FOLIAR NA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE DE ABACAXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho

    2011-04-01

    Full Text Available There are just a few studies using foliar sprays with micronutrients on pineapple crops. The objective of this study was to evaluate the B and Zn effect, as chelate, acid or salt, via foliar feeding, on fruit yield and quality. The experiment was carried out in Guaraçaí, São Paulo State, Brazil, in a loamy medium texture soil, by using Smooth Cayenne (Hawaiian pineapple seedlings. A randomized block design with four replications was adopted, with 110 g ha-1 of B and 250 g ha-1 of Zn for each application. Two foliar sprays were applied, at 7 and 9 months after planting. The B and Zn sources did not affect the total soluble solids contents, titratable acidity, average fruit diameter, fruit length without crown, and maturity index. Only the B, Zn, and K concentrations in the leaves were influenced by the application of micronutrients.

    Poucos são os estudos desenvolvidos com a aplicação via foliar de micronutrientes, na cultura do abacaxi. Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos de B e Zn, em forma de quelato, ácido ou sal, via foliar, buscando-se obter respostas sobre os efeitos na produtividade e qualidade dos frutos. O experimento foi realizado em Guaraçaí (SP, em solo com textura média. Foram utilizadas mudas tipo filhote, da cultivar Smooth Cayenne (Havaiano. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições, utilizando-se fontes para fornecer, em cada aplicação, 110 g ha-1 de B e 250 g ha-1 de Zn. Foram realizadas duas pulverizações foliares, aos 7 e 9 meses após o plantio. As fontes de B e Zn não exerceram efeito nos teores de sólidos solúveis totais, acidez titulável, diâmetro médio do fruto, comprimento do fruto sem coroa e índice de maturação. Apenas os teores de B, Zn e K, na

  9. Desempenho vitivinícola da Cabernet Sauvignon sobre diferentes porta-enxertos em região de altitude de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Fontanella Brighenti

    2011-03-01

    Full Text Available Apesar de os porta-enxertos serem usados primariamente como uma forma de resistência a pragas, eles são uma ligação entre o solo e a copa, e desempenham um papel importante na adaptação da videira a fatores ambientais. O objetivo deste trabalho foi avaliar três porta-enxertos e dois sistemas de condução na produtividade do vinhedo, no crescimento da copa e nas características físicas dos frutos. O experimento foi conduzido em um vinhedo experimental da Epagri - Estação Experimental de São Joaquim, localizada no município de Painel (28°01'02"S e 50°08'57"O, altitude 1.200 m. O trabalho foi executado com a cultivar Cabernet Sauvignon, enxertada sobre Paulsen 1.103 (Vitis berlandieri x Vitis rupestris, Couderc 3309 (Vitis riparia x Vitis rupestris e 1.014-14 Mgt (Vitis riparia x Vitis rupestris, em dois sistemas de condução, espaldeira e manjedoura, com cinco anos de idade, no espaçamento de 3,0 x 1,5 m. O experimento foi avaliado nas safras de 2007/08 e 2008/09. Os tratamentos porta-enxerto e sistema de condução foram arranjados em um fatorial (3 x 2. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, com quatro blocos e 20 plantas por parcela. Foram avaliados a área foliar, a produtividade médias das plantas, o índice de Ravaz, o peso de material podado, o peso de cachos, peso de 50 bagas, o número de bagas por cacho, o diâmetro das bagas, os teores de sólidos solúveis, a acidez total, o pH, os teores de antocianinas, o índice de polifenóis totais e os taninos. Plantas enxertadas em Paulsen 1103 apresentaram as menores produtividades e as maiores áreas foliares. 3.309C é o porta-enxerto menos vigoroso e interfere de maneira positiva na frutificação efetiva, pois produz maior número de bagas por cacho e bagas mais pesadas. Os porta-enxertos 1.103P e 101-14 Mgt, apresentam os melhores resultados para antocianinas.

  10. Spatial variability of leaf wetness duration in cotton, coffee and banana crop canopies Variabilidade espacial da duração do período de molhamento foliar nas culturas do algodão, do café e da banana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Alvarez Santos

    2008-12-01

    espacial da duração do período de molhamento (DPM em três culturas, comparando-se as medidas obtidas com a DPM medida sobre gramado em um posto meteorológico padrão. A DPM foi medida por sensores eletrônicos em três culturas com diferentes estruturas de dosséis e áreas foliares: algodão, café e banana. Na cultura do algodão, os sensores cilídricos foram instalados no terço médio e no topo do dossel voltados para o sudoeste. Na cultura do café, sensores de placa foram instalados no terço inferior do dossel voltados para nordeste e sudoeste; no terço médio também voltados para nordeste e sudoeste; no interior e no topo do dossel. Na cultura da banana, sensores cilíndricos foram instalados nos terços inferior e superior da planta. A DPM sobre gramado foi simultaneamente medida em um posto meteorológico próximo às culturas. A DPM exibiu diferentes padrões de variação nas três culturas. Para o cafeeiro, a DPM mais longa foi observada nas partes mais baixas da planta; para a bananeira, o terço superior foi o que apresentou a maior DPM; enquanto que para a cultura do algodão não houve diferença entre o topo e o interior do dossel. A DPM medida sobre gramado apresentou boa correlação com a DPM medida no topo ou no terço superior das culturas. Dessa forma, pode-se estimar a DPM nas culturas a partir da DPM do gramado, sendo esta uma ferramenta muito útil para o manejo de doenças de plantas em culturas onde a DPM mais longa ocorre nas porções superiores do dossel.

  11. Controle da podridão da uva madura com o uso de trichoderma sp. e do óleo essencial de cymbopogom citratus

    OpenAIRE

    Rizzotto, Rosemeri Inês Conte

    2015-01-01

    O cultivo da videira no estado do Rio Grande do Sul é de grande importância, sendo responsável pela produção de mais da metade das uvas colhidas no país. A podridão da uva madura, causada pelo agente patogênico Glomerella cingulata (Colletotrichum gloeosporioides), tem provocado sérios prejuízos nos vinhedos da Serra Gaúcha nestes últimos anos. Para o controle desta doença tem-se usado intensivamente e indiscriminadamente agrotóxicos, os quais tem causado diversos danos ao meio ambiente. O ob...

  12. Flutuação populacional de adultos de Anastrepha fraterculus (Wied. em cultivo protegido e convencional de videira Anastrepha fraterculus (Wied. adult seasonal fluctuation in plastic covering and conventional grapevine cultivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Chavarria

    2009-09-01

    Full Text Available A mosca-das-frutas sul-americana, Anastrepha fraterculus (Wiedemann, 1830 (Diptera: Tephritidae, é considerada praga-chave das fruteiras de clima temperado na região Sul do Brasil. No entanto, poucas informações encontram-se disponíveis quando a espécie está associada à cultura da videira. Neste trabalho, foi avaliado o efeito da cobertura plástica sobre a população de adultos de A. fraterculus durante o ciclo de cultivo da videira cv. Moscato Giallo. O experimento foi conduzido nos ciclos de 2005/06 e 2006/07, em vinhedo comercial localizado em Flores da Cunha-RS (latitude 29° 06' sul, longitude 51° 20' oeste e altitude de 541 m, coberto com plástico impermeável tipo ráfia (160 µm de 12 fileiras com 35 m, deixando-se cinco fileiras sem cobertura (controle. Os adultos foram monitorados nas duas áreas com armadilhas McPhail, utilizando-se como atrativo de proteína hidrolisada (BioAnastrepha® a 5%, no período de outubro a abril, nos dois ciclos. O pico populacional da espécie, nos dois ciclos, foi observado no período de maturação da uva. Não foram registradas diferenças significativas nas capturas entre as áreas, concluindo-se que a cobertura plástica não afeta a mobilidade e a flutuação populacional de A. fraterculus em cultivo protegido de videira.The South American Fruit Fly Anastrepha fraterculus (Wiedemann, 1830 (Diptera: Tephritidae is one of the most important pests of temperate fruits in Southern Brazil. Little information regarded to pest damage is available when this insect is associated with vineyards. In this work was evaluated the plastic cover effect on seasonal fluctuation of A. fraterculus adults in vineyards of cv. Moscato Giallo. The experiment was conducted on 2005/06 and 2006/07 seasons in a vineyard located in Flores da Cunha, RS (latitude 29° 06' South, longitude 51° 20' West and altitude 541 m, covered with an impermeable plastic cloth (2.65 m x 160 µm, in 12 rows with 35 m, with five rows

  13. Avaliação de variáveis fisiológicas em porta-enxertos de videira cultivados em solução nutritiva com a adição de alumínio Physiologic variables evaluation in grapevine roostocks grown in nutritive solution with aluminum addition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Tecchio

    2005-04-01

    Full Text Available Realizou-se este experimento com o objetivo de avaliar a resposta dos porta-enxertos de videira IAC 313 "Tropical" e IAC 572 "Jales" a diferentes níveis de alumínio em solução nutritiva. A condução do experimento foi realizada em condições de casa-de-vegetação do Departamento de Produção Vegetal/Área de Horticultura, da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu. Utilizaram-se cinco níveis de alumínio, a saber: 0, 10, 20, 30 e 40 mg L-1. Após a aplicação dos tratamentos, realizaram-se coletas a cada 15 dias para obtenção das variáveis fisiológicas. O delineamento experimental adotado foi o de parcelas subdivididas, inteiramente casualizado e com 3 repetições. Avaliaram-se as variáveis: taxa de crescimento absoluto e relativo, razão de massa foliar e relação parte aérea/raízes. Concluiu-se que o porta-enxerto IAC 572 "Jales", quando submetido ao nível de 10mg Al L-1 na solução, apresentou maior taxa de crescimento absoluto e relativo, e maior redistribuição de massa seca das folhas para o restante da planta, ao passo que o porta-enxerto IAC 313 "Tropical", quando submetido a esse nível de alumínio, apresentou um decréscimo acentuado nessas variáveis.The experiment aimed to evaluate the behavior of the grapevine rootstocks IAC 313 "Tropical" and IAC 572 "Jales" in nutrient solution with different aluminium concentrations. The experiment was conducted in green house conditions of the Vegetal Production Department/Horticulture Sector, of the Faculty of Agricultural Sciences - UNESP/Botucatu. Five aluminium levels were used, as known: 0, 10, 20, 30 and 40mg L-1in the form of AlCl3.6H2O. The samples were colleted every 15 days to obtain the physiologic variables. The experimental design adopted was the subdivided split-plots, fully randomized and with 3 replications. The variables evaluated were: absolute and relative growth rates, leaf weight and aerial parts/root ratio. The IAC 572 "Jales" rootstock

  14. Intoxicação crônica por cobre em ovelhas pastoreadas em pomar de videiras adubado com cama aviária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Oliveira Ribeiro

    2007-06-01

    Full Text Available No presente trabalho é relatado caso de intoxicação crônica por cobre (ICC ocorridos em rebanho ovino pastoreados em pomar de videiras, na serra Gaúcha; suplementados com bagaço de uva e concentrado. O pomar era aspergido anualmente com solução de sulfato de cobre a 2% e teve seu solo adubado com cama aviária. Os ovinos mostraram andar cambaleante, icterícia intensa das mucosas e urina escura, dos quais foram a óbito oito animais, correspondendo a 57% do total do rebanho. Os sinais clínicos e lesões histológicas foram características da ICC. A dosagem de Aspartato Aminotrasferase (AST no soro dos seis ovinos remanescentes variou de 48,8 a 403,3 UI/L. O nível de cobre encontrado na cama aviária, bagaço de uva, pastagem e concentrado foram de 637, 158, 86 e 18 mg/kg respectivamente. Conclui-se que os óbitos ocorreram devido ao alto nível de cobre encontrado na pastagem, bagaço de uva e concentrado administrado aos animais. Sugere-se também, o risco de dano ambiental no uso de cama aviária na adubação de pastagem, assim como a inadequação da alimentação de ovinos com bagaço de uva.

  15. Crescimento, desenvolvimento e retardamento da senescência foliar em girassol de vaso (Helianthus annuus L.: fontes e doses de nitrogênio Growth, development and delay of leaf senescence in pot-grown sunflower (Helianthus annuus L.: sources and rates of nitrogen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelma Dutra Fagundes

    2007-08-01

    Full Text Available O girassol é a quarta oleaginosa em produção de grãos no mundo e alguns genótipos são usados com finalidade ornamental para flor de corte e de vaso (girassol de vaso. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes fontes e doses de nitrogênio sobre alguns parâmetros de crescimento, desenvolvimento e no retardamento da senescência das folhas basais em girassol de vaso. Um experimento foi conduzido em casa de vegetação, em Santa Maria, RS. Os tratamentos foram: uréia, nitrato de amônio e nitrato de cálcio nas doses de 0, 50, 100 e 150mg L-1 de N na solução de fertirrigação, com duas aplicações semanais. O experimento foi um bi-fatorial (fontes e doses de N no delineamento inteiramente casualizado, com seis repetições. Cada repetição foi um vaso no 15 (1,3L, 15cm de altura com uma planta por vaso. As variáveis analisadas foram: número final de folhas, altura final de plantas, porcentagem de folhas senescentes no ponto de venda, porcentagem de folhas senescentes no final de vida de vaso, área foliar total da planta, filocrono e a soma térmica acumulada da emergência ao botão visível e da emergência ao ponto de venda. A fonte de N tem influência sobre a área foliar do girassol de vaso, sendo a uréia recomendável para o maior crescimento das folhas. A dose de N em torno de 100mg L-1 aplicada duas vezes por semana via fertirrigação favorece características desejáveis para a comercialização, como precocidade e retardamento da senescência das folhas.Sunflower is the fourth oil grain crop grown worldwide and some genotypes are used with ornamental purpose as cut and pot-grown flower. The objective of this study was to evaluate the effect of different sources and rates of nitrogen on some growth and developmental parameters, and on the delay of leaf senescence in pot-grown sunflower. An experiment was carried out inside a greenhouse in Santa Maria, RS, Brazil. Treatments were: urea, ammonium nitrate and

  16. Probability of foliar injury for Acer sp. based on foliar fluoride concentrations.

    Science.gov (United States)

    McDonough, Andrew M; Dixon, Murray J; Terry, Debbie T; Todd, Aaron K; Luciani, Michael A; Williamson, Michele L; Roszak, Danuta S; Farias, Kim A

    2016-12-01

    Fluoride is considered one of the most phytotoxic elements to plants, and indicative fluoride injury has been associated over a wide range of foliar fluoride concentrations. The aim of this study was to determine the probability of indicative foliar fluoride injury based on Acer sp. foliar fluoride concentrations using a logistic regression model. Foliage from Acer nedundo, Acer saccharinum, Acer saccharum and Acer platanoides was collected along a distance gradient from three separate brick manufacturing facilities in southern Ontario as part of a long-term monitoring programme between 1995 and 2014. Hydrogen fluoride is the major emission source associated with the manufacturing facilities resulting with highly elevated foliar fluoride close to the facilities and decreasing with distance. Consistent with other studies, indicative fluoride injury was observed over a wide range of foliar concentrations (9.9-480.0 μg F -  g -1 ). The logistic regression model was statistically significant for the Acer sp. group, A. negundo and A. saccharinum; consequently, A. negundo being the most sensitive species among the group. In addition, A. saccharum and A. platanoides were not statistically significant within the model. We are unaware of published foliar fluoride values for Acer sp. within Canada, and this research provides policy maker and scientist with probabilities of indicative foliar injury for common urban Acer sp. trees that can help guide decisions about emissions controls. Further research should focus on mechanisms driving indicative fluoride injury over wide ranging foliar fluoride concentrations and help determine foliar fluoride thresholds for damage.

  17. Produtividade e composição de uva e de vinho de videiras consorciadas com plantas de cobertura Productivity and composition of grapes and wine of vines intercropped with cover crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovani Zalamena

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de plantas de cobertura verde sobre a produtividade das videiras e sobre a composição da uva e do vinho. Durante duas safras, foram feitas avaliações de três tipos de consórcio, dois manejos das coberturas e de um tratamento controle, com plantas espontâneas controladas por herbicidas e roçagem. Utilizou-se vinhedo de uvas 'Cabernet Sauvignon', localizado a 1.130 m de altitude, em um Cambissolo Húmico distrófico, em São Joaquim, SC. Os consórcios foram realizados com a sucessão de cultivos anuais de moha (Setaria italica com azevém (Lolium multiflorum e de trigo mourisco (Fagopyrum esculentum com aveia‑branca (Avena sativa, bem como com a planta perene festuca (Fetusca sp.. Os manejos consistiram da transferência ou não do resíduo cultural da linha para a entrelinha. As videiras apresentaram maior produtividade de uva no consórcio com as plantas anuais, em comparação ao tratamento controle, ou com a planta perene festuca. O manejo da cobertura verde não teve influência sobre as variáveis avaliadas. Os consórcios não influenciaram de forma consistente os teores de N da uva nem a composição do mosto, embora, na última safra, o teor de sólidos solúveis totais do mosto tenha sido maior nos tratamentos com consórcio, em comparação ao controle. Além disso, as videiras consorciadas com festuca podem proporcionar vinho com maior teor de antocianinas e polifenóis totais.The objective of this work was to evaluate the influence of green cover crops on vine productivity and on grape and wine composition. For two growing seasons, evaluations were done for three intercrops, two managements of the cover crops, and for a control treatment with weeds controlled by herbicides and mowing. A vineyard of 'Cabernet Sauvignon', located at 1,130 m altitude in a Haplumbrept soil, in São Joaquim, SC, Brazil was used. Intercropping was done with a succession of the cover crops moha

  18. Avaliação de produtos químicos comerciais, in vitro e in vivo, no controle da doença foliar, mancha branca do milho, causada por Pantoea ananatis Evaluation of commercial chemical products, in vitro and in vivo in the control of foliar disease, maize white spot, caused by Pantoea ananais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleide Aparecida Bomfeti

    2007-03-01

    Full Text Available Uma bactéria identificada como Pantoea ananatis foi recentemente isolada de lesões jovens da doença mancha branca do milho de plantas naturalmente infectadas. Esta bateria reproduziu sintomas semelhantes aos da doença quando inoculada em plantas de milho em casa de vegetação. Estudos anteriores realizados por outros autores demonstraram que o controle desta doença em condições de campo foi obtido pelo uso de fungicidas, principalmente o Mancozeb, nas fases iniciais de seu desenvolvimento. O objetivo deste estudo foi avaliar a freqüência de isolamento da bactéria P. ananatis a partir de plantas infectadas coletadas na região de Londrina, Estado do Paraná, e reproduzir sintomas da doença através de inoculações artificiais em plantas de milho em casa de vegetação. Utilizando os produtos químicos testados anteriormente por outros autores para o controle desta doença a campo, foi também objetivo deste trabalho avaliar o potencial destes produtos na inibição da bactéria tanto em condições de laboratório como em condições de infecção natural. Os resultados mostraram que P. ananatis foi isolada em 40% das lesões jovens coletadas a campo e quando inoculada em casa de vegetação sob condições controladas reproduziu sintomas semelhantes aos observados a campo. Entre os produtos químicos testados, o fungicida Mancozeb mostrou-se eficiente no controle da doença a campo, em concordância com os relatos anteriores. Este produto inibiu completamente o crescimento da bactéria em laboratório, explicando os resultados obtidos a campo. Os demais produtos não foram eficientes no controle a campo e eles também não inibiram a bactéria em laboratório. Estes resultados representam evidências adicionais de que a bactéria P. ananatis é o agente causal da doença mancha branca do milho.A bacterium identified as Pantoea ananatis was recently isolated from young lesions of the disease maize white spot from infected plants in

  19. Assimilação foliar de enxofre elementar pela soja Foliar elementary sulfur assimilation by soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Godofredo Cesar Vitti

    2007-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a assimilação de enxofre elementar (S0, aplicado nas folhas de soja, e sua eficiência comparada à adubação feita ao solo, de acordo com a dose e a natureza da fonte do nutriente. O S0 aplicado às folhas, independentemente da dose e fonte, foi assimilado pela planta, o que acarretou em aumento no teor de proteína total na folha. Todas as fontes de S aplicadas às folhas aumentaram a produção de grãos, semelhantemente à aplicação ao solo. Observou-se uma mesma produtividade com o uso de 20 kg ha-1 de S0 no solo ou de 6 kg ha-1 via foliar. A eficiência da aplicação de S via foliar, com base no conteúdo de proteína solúvel total, foi superior à da aplicação ao solo.The objective of this work was to evaluate the elementary sulfur (S0 assimilation applied on soybean leaves, and its efficiency compared to the fertilization done in the soil, according to the dose and nature of the nutrient source. The S0 applied to leaves, independently of the dose and source, was assimilated by the plant, what resulted in increase of total protein content in the leaf. All S sources applied to leaves increased the grain yield, similarly to the application to the soil. The same productivity was observed with the use of 20 kg ha-1 of S0 in the soil or 6 kg ha-1 applied to leaves. The elementary S application efficiency on leaves, based on the content of total soluble protein, was superior to application efficiency on soil.

  20. Adubação foliar com macro e micronutrientes no crescimento de mudas micropropagadas do abacaxizeiro cv. Gold [Ananas comosus (L. Merrill] em diferentes recipientes Foliar fertilization with macro and micronutrients in the growth of plantlets micropropagated of pineapple cv. Gold [Ananas comosus (L. Merrill] in different containers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izaias dos Santos Bregonci

    2008-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da adubação foliar com macro e micronutrientes no crescimento das mudas micropropagadas do abacaxizeiro cv. Gold [Ananas comosus (L. Merrill], em diferentes recipientes. O experimento foi em esquema fatorial 8x3, adubação foliar em 8 níveis e recipientes em 3 níveis, através de um delineamento inteiramente casualizado com 5 repetições. As mudas foram padronizadas com altura média de 7,12 cm. As adubações foliares foram feitas com uréia, cloreto de potássio, ácido bórico, um formulado comercial com macro e micronutrientes e testemunha (pulverização com água e os recipientes: bandeja de isopor com 200 células; tubete pequeno de 115 cm³; e tubete grande com 300 cm³. O substrato utilizado foi o plantmax hortaliças®. Avaliaram-se as características área foliar, altura de planta e massa seca da parte aérea e da raiz, aos 140 dias do transplantio. Os adubos foliares proporcionaram maior crescimento em área foliar, altura e massa seca da parte aérea às mudas do abacaxizeiro, embora com resultados diferentes. Os adubos foliares não aumentaram a massa seca do sistema radicular. A bandeja de isopor apresentou as menores médias, com todos os adubos foliares para área foliar, altura e massa seca da parte aérea das mudas do abacaxizeiro. O tubete pequeno e o tubete grande apresentaram resultados semelhantes com a maioria dos adubos foliares utilizados.The objective of this work was to evaluate the effect of the foliar fertilization with macro and micronutrients on the growth of the plantlets micropropagated of pineapple cv. Gold [Ananas comosus (L. Merrill] in different containers. The experiment was mounted in factorial arrangement 8x3, with foliar fertilization in 8 levels and containers in 3 levels, through a completely randomized design with five repetitions. The plantlets were standardized with average height of 7,12 cm. The foliar fertilization was used in the urea

  1. Influence of foliar fertilization on walnut foliar zinc levels and nut production in black walnut

    Science.gov (United States)

    William R. Reid; Andrew L. Thomas

    2013-01-01

    The impact of foliar zinc fertilizer application on nut-bearing black walnut (Juglans nigra L.) trees was studied. Foliar sprays were applied three times per season on two cultivars during four growing seasons by wetting the foliage of the entire crown using a tank mix containing 500 ppm zinc, starting at leaf burst and continuing at 2 week intervals...

  2. Silício alterando compostos derivados da pirólise de bainhas foliares de plantas de arroz infectadas por Rhizoctonia solani Silicon altering compounds derived from the pyrolyses of leaf sheaths of rice plants infected with Rhizoctonia solani

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Augusto Schurt

    2013-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo elucidar, por meio da pirólise analítica acoplada à cromatografia gasosa e espectrometria de massa, alterações na composição química da lignina nas bainhas de plantas de arroz das cultivares BR-Irga 409 e Labelle supridas ou não com silício (Si e infectadas por Rhizoctonia solani. A concentração de Si nas bainhas das plantas supridas com esse elemento foi significativamente maior (2,7 dag kg-1 em comparação com as plantas não supridas (0,45 dag kg-1. Na presença de Si, a área abaixo da curva do progresso da queima das bainhas foi significativamente reduzida em 19 e 25%, respectivamente, para as plantas das cultivares BR-Irga-409 e Labelle em relação à ausência desse elemento na solução nutritiva. Com base nos espectros de massas obtidos, foram identificados 33 compostos, dos quais 10 foram produtos da degradação de carboidratos e 23 derivados da lignina. Dentre os derivados da lignina, oito compostos eram do tipo p-hidroxifenila, 11 compostos do tipo guaiacila e quatro compostos do tipo siringila. Nas bainhas das plantas das duas cultivares de arroz, supridas ou não com Si, a concentração de lignina (p-hidroxifenila, siringila (S e guaiacila (G foi de, aproximadamente, 15%. Houve aumento na relação S/G apenas nas bainhas das plantas da cultivar BR-Irga 409 supridas com Si e infectadas por R. solani. A maior concentração de Si nas bainhas das plantas de arroz das duas cultivares, que por sua vez resultou em aumento na relação S/G, contribuiu para reduzir os sintomas da queima das bainhas.This study elucidated, through analytical pyrolysis coupled to gas chromatography and mass spectrometry, changes in the chemical composition of lignin on leaf sheaths of rice plants of cultivars BR-Irga 409 and Labelle supplied or non-supplied with silicon (Si and infected with Rhizoctonia solani. The Si concentration on leaf sheaths of plants supplied with this element was significatively higher

  3. Massas de lâminas foliares nas características produtivas e qualitativas da pastagem de capim-elefante "Pennisetum purpureum, Schum" (cv. "Taiwan" e desempenho animal Mass of leaf lamina in the produtive and qualitative characteristics of Elephantgrass "Pennisetum purpureum, Schum" (cv. Taiwan pasture and animal performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regis Luis Míssio

    2006-08-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria, para avaliar produtiva e qualitativamente a pastagem de capim elefante e o desempenho animal sob pastejo. A área experimental foi composta de oito piquetes de 0,443ha cada de capim-elefante (Pennisetun purpureum, Schum. cv. "Tawian", onde pastejaram 36 novilhos das raças Charolês, Nelore e suas cruzas, com três animais "testers" por piquete, em duas repetições. Foram estudadas as variáveis relacionadas à produtividade e à qualidade da pastagem e ao desempenho animal. As massas reais de lâminas foliares (MLF de capim-elefante foram: 1.167; 1.543; 1.926 e 2.248kg MS LF/ha, o que constitui os tratamentos. A carga animal suportada pela pastagem, pode ser descrita pela equação y=2.243,14 - 0,32MLF (R2=0,4. O peso vivo final em kg apresentou resposta quadrática (PF=103,41 + 0,114x - 0,00003x², R2=0,5 com o acréscimo da MLF. O ganho de peso diário médio apresentou comportamento linear positivo (GMD = 0,25 + 0,0002MLF, R2=0,2. O aumento na massa de lâminas foliares de capim-elefante acarreta diminuição na carga animal suportada pela pastagem e aumenta o ganho de peso médio diário.The experiment was conducted at the animal science department of Universidade Federal de Santa Maria, to evaluate productive and qualitative characteristics of elephantgrass pasture and animal performance under grazing. The experimental area consisted of eight paddocks of 0.443 ha of elephantgrass (Pennisetun purpureum, Schum. cv. Taiwam, where 36 Charolais, Nelore and crossbred were kept, with three tester animals per paddock, with two repetitions. Variables related to pasture production and quality and animal performance were studied. Real leaf lamina masses (LLM of elephantgrass were: 1.167; 1.543; 1.926 and 2.248kg of dry matter of leaf lamina/ha, constituting the treatments. Stocking rate (y=2.243.14 - .32LLM, R2=.4, showed a negative linear relationship

  4. Equações para a estimativa do índice de área foliar do cafeeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Favarin José Laércio

    2002-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a variação temporal do índice de área foliar (IAF da cultura de café, utilizando um método simples e não-destrutivo, foi instalado um experimento no Departamento de Produção Vegetal, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo. Utilizou-se a cultivar Mundo Novo IAC 388-17, enxertada sobre a cultivar Apoatã IAC 2258 (de 15 até 35 meses de idade, no espaçamento de 2,5 x 1,0 m. Foram coletadas todas as folhas de duas plantas de café, em intervalos de 60 a 150 dias, para a mensuração da área foliar com o equipamento LI-COR (modelo 3100. Para obter a relação funcional entre IAF e diferentes variáveis de crescimento (altura da planta, número e massa total de folhas e área foliar e arquitetura da copa (área da seção inferior, média e superior do dossel, área lateral do dossel, diâmetro inferior, médio e superior do dossel, volume do dossel da planta e altura do primeiro par de ramos, assumiu-se que a parte aérea do cafeeiro tem a forma cônica. O diâmetro da seção inferior do dossel (primeiro par de ramos e a altura da planta podem ser utilizadas para estimar o índice de área foliar do cafeeiro.

  5. Variabilidade espacial de atributos de um solo sob videira em Vitória Brasil (SP Spatial variability of soil characteristics under grapevine in Vitoria Brasil (State of Sao Paulo - Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. P. Carvalho

    2003-08-01

    Full Text Available Foi pesquisada a variabilidade espacial de alguns atributos físicos e químicos de uma associação de solos cultivada sob videira (Vitis vinifera-L, do município de Vitória Brasil, estado de São Paulo, Brasil. O objetivo foi estudar a dependência espacial de tais atributos, assim como caracterizar as respectivas variabilidades, distribuições de freqüência e números mínimos de subamostras do solo para a cultura da videira. Para isso, coletaram-se dados do solo, dispostos segundo uma malha com 156 pontos amostrais, sendo analisados por meio da geoestatística. As maiores variabilidades foram verificadas para a macroporosidade (MA, P, K, Ca, Mg, SB e CTC, ao passo que as menores foram para a densidade do solo (DS, pH e V. O número mínimo de subamostras, necessário para formar uma amostra composta e representativa, variou de 1 (pH e V a 241 (Mg, tendo seu valor médio de 64 subamostras. Quanto à dependência espacial, o P e o V apresentaram, respectivamente, forte e fraca dependência, enquanto o restante dos atributos apresentou moderada dependência. Desta forma, o alcance dos atributos físicos variou de 2,56 a 4,32 m, enquanto o dos químicos variou de 1,82 a 5,64 m.The spatial variability of some physical and chemical characteristics of a compound of soils under grapevine (Vitis vinifera-L cultivation was studied in the county Vitória Brasil, State of Sao Paulo, Brazil. Main objective was research into the spatial dependence of these soil characteristics and their variability, frequency distribution and minimum number of soil subsamples for grapevine crop. Soil data were collected in grid sampling at 156 points, using geoestatistics for the data analysis. Highest variability was found for macroporosity (MA, P, K, Ca, Mg, SB, and CTC, and the smallest for bulk density (BD, pH, and V. The minimum number of soil subsamples to form a compound and representative sample varied between 1 (pH and V and 241 (Mg, with a mean of 64

  6. Composição físico-química do vinho Cabernet Franc proveniente de videiras conduzidas no sistema lira aberta Physico-chemical composition of Cabernet Franc wine from vineyards conducted in the lyre system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Manfroi

    2006-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar as características físico-químicas do vinho Cabernet Franc proveniente de videiras conduzidas no sistema lira aberta durante o ciclo vegetativo de 1995/1996. O experimento foi realizado em oito vinhedos localizados nos municípios de Bento Gonçalves e Monte Belo do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Os vinhos foram elaborados por microvinificação, com duas repetições para cada vinhedo, os quais foram analisados por processos físico-químicos, espectrofotometria de absorção atômica e cromatografia líquida e gasosa. Os parâmetros das variáveis mais significativas foram os seguintes: álcool 9,65%, acidez total 69 meq L-1, pH 3,46, extrato seco reduzido 16,0 g L-1, K nas cinzas 49,4%, ácido tartárico 33 meq L-1, glicerol 9,3 g L-1, prolina 669 mg L-1, antocianinas 330 mg L-1, taninos 1,19 g L-1, intensidade de cor 0,286, K 1.078 mg L-1, metanol 101,7 mg L-1 e soma dos álcoois superiores 450 mg L-1. Os resultados dos vinhos avaliados foram relativamente similares aos encontrados em vinhos Cabernet Franc da mesma região elaborados com uvas provenientes de videiras conduzidas em latada. Eles evidenciam que o sistema de condução da videira em lira aberta constitui-se como alternativa para a produção de vinho tinto fino na Serra Gaúcha.The objective of the work was to evaluate the physico-chemical characteristics of the Cabernet Franc wine from the 1995/1996 vegetative cycle. It was conducted in eight vineyards in the communes of Bento Gonçalves and Monte Belo do Sul, State of Rio Grande do Sul, Brazil. From each vineyard, two microvinifications were elaborated and wines were analysed by physicochemical, atomic absorption spetrophotometry, and liquid and gas chromatography processes. The parameters of the most significant variables were the following: alcohol 9.65%, total titratable acidity 69 meq L-1, pH 3.46, reduced dry extract 16.0 g L-1, K in the ashes 49.4%, tartaric acid 33 meq L-1

  7. Relação entre as anomalias de TSM e qualidade potencial da uva na região nordeste do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Gruppelli,Juliano Lisbôa; Marques,Julio Renato; Diniz,Gilberto Barbosa

    2008-01-01

    Uma das culturas de grande importância para a economia do Rio Grande do Sul é a videira. Embora as produções de vinho, suco de uva e demais derivados da uva e do vinho também ocorreram em outras regiões, a maior concentração encontra-se na região nordeste do Rio Grande do Sul. Um dos principais fatores que influenciam na qualidade potencial da uva é a precipitação. Para a videira, influem não somente a quantidade total de chuvas, mas também sua distribuição ao longo do ciclo vegetativo. Por e...

  8. Physiological analysis of leaf senescence of two rice cultivars with different yield potential Análise fisiológica da senescência foliar de duas cultivares de arroz com diferentes potenciais de produtividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antelmo Ralph Falqueto

    2009-07-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate the physiological changes that occur in different leaves during the early and late grain-filling stages of two rice genotypes (Oryza sativa subsp. indica , BRS Pelota cultivar, and O. sativa subsp. japonica , BRS Firmeza cultivar, which present differences in grain yield potential. The plants were cultivated in greenhouse. Pigment content, chlorophyll fluorescence, electron transport and oxygen evolution rate were determined in the grain-filling stage, from the first to the forth leaf (top to bottom. Pigment content, photochemical efficiency of photosystem II and electron transport decreased significantly according to the position of leaves in 'BRS Pelota'. The BRS Firmeza cultivar shows higher pigment content and higher activity of the photosynthetic apparatus in comparison to 'BRS Pelota' during the grain-filling stage.O objetivo deste trabalho foi avaliar as mudanças fisiológicas que ocorrem em diferentes folhas durante o início e o final do estádio de enchimento de grãos em dois genótipos de arroz (Oryza sativa subsp. indica cultivar BRS Pelota e O. sativa subsp. japonica cultivar BRS Firmeza que apresentam diferenças no potencial de produção de grãos. As plantas foram cultivadas em casa de vegetação. Os teores de pigmentos, a fluorescência da clorofila e a taxa de liberação de oxigênio foram determinados no estádio de enchimento de grão da primeira à quarta folha (do topo à base. O teor de pigmentos, a eficiência fotoquímica do fotossistema II e o transporte de elétrons decresceram significativamente de acordo com a posição das folhas na cultivar BRS Pelota. A cultivar BRS Firmeza apresentou maior teor de pigmentos e maior atividade do aparato fotossintético em comparação à 'BRS Pelota' durante o estádio de enchimento de grão.

  9. Disponibilidade dos metais pesados tóxicos cádmio, chumbo e cromo no solo e tecido foliar da soja adubada com diferentes fontes de NPK+Zn Availability of cadmium, lead and chromium toxic heavy metals in soil and soybean leaf tissue fertilized with different sources of NPK+Zn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivair André Nava

    2011-10-01

    Full Text Available Os fertilizantes utilizados para suprir micronutrientes podem apresentar metais pesados tóxicos em sua composição que podem proporcionar severas consequências ao meio ambiente. Plantas cultivadas na presença de determinadas concentrações de elementos tóxicos podem oferecer risco de contaminação, pois os acumulam em seus tecidos. Desse forma, neste trabalho objetivou-se avaliar a disponibilização dos metais pesados tóxicos Cd, Pb, e Cr para o solo e tecido foliar da cultura da soja, cultivada a campo e fertilizada com um formulado N:P2O5:K2O e diferentes fontes de Zn. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial [(5+1x2], com três repetições. Os tratamentos foram constituídos de cinco diferentes fertilizantes NPK+Zn (quatro fontes com Zn e uma sem Zn, um tratamento sem adubação e duas doses de adubação (uma vez e o seu dobro. Com base nos resultados obtidos foi concluído que a aplicação dos tratamentos disponibilizou Cd, Pb e Cr para as plantas de soja e para o solo do experimento nas duas doses de adubação utilizadas.Fertilizers used to supply micronutrients may have toxic heavy metals in their composition, which can have severe consequences for the environment. Plants grown in the presence of certain concentrations of toxic elements may present a risk of contamination because the toxins accumulate in their tissues. This study aimed to measure the presence of the toxic heavy metals Cd, Pb and Cr in the soil and leaf tissue of field-grown soybean plants, fertilized with a formulated N:P2O5:K2O and different sources of Zn. The experimental design utilized randomized blocks in a factorial scheme [(5+1x2], with three replications. The treatments consisted of five different fertilizers NPK + Zn (four sources with Zn and one without Zn, a treatment without fertilizer and two fertilizer levels (a single and double application. Based on obtained results it was concluded that the double

  10. Morfo-anatomia foliar de Ocotea gardneri (Meisn. Mez (Lauraceae-Lauroideae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise F. Coutinho

    Full Text Available Ocotea gardneri (Meisn. Mez é uma espécie arbórea, encontrada no nordeste brasileiro, principalmente nos estados da Paraíba e Pernambuco, conhecida por "louro-branco" e "louro-babão". Neste trabalho realizou-se morfodiagnoses (macroscópica e microscópica de folhas de O. gardneri, com o objetivo de fornecer subsídios à sua caracterização e identificação. Para a morfologia externa, analisaram-se amostras frescas e conservadas em álcool (70º, com auxílio de estereomicroscópio, e observações de campo. Realizaram-se secções transversais em lâminas foliares e pecíolos, e seções paradérmicas nas duas faces de lâminas foliares. Ocotea gardneri possui folhas elípticas a oval-elípticas, margem inteira, levemente ondeada, ápice agudo e base arredondada. A lâmina foliar é hipoestomática com estômatos do tipo paracítico; a epiderme é uniestratificada, com células de paredes retas e espessadas; o mesofilo é isobilateral, aqui referido pela primeira vez para uma espécie de Lauraceae, com células e ductos secretores evidentes e feixes vasculares colaterais envolvidos pela bainha esclerenquimática. Este conjunto de caracteres aliado à morfologia foliar, permitiram o estabelecimento de parâmetros que possibilitarão a caracterização de folhas de Ocotea gardneri em testes de autenticidade, bem como auxiliarão em estudos da taxonomia da espécie estudada.

  11. Diagnóstico do estado nutricional de n em porta-enxertos de citros, utilizando-se de teores foliares de clorofila

    OpenAIRE

    Decarlos Neto, Antônio; Siqueira, Dalmo Lopes de; Pereira, Paulo Roberto Gomes; Venegas, Victor Hugo Alvarez

    2002-01-01

    Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os teores foliares de clorofila total (a+b) em porta-enxertos de citros cultivados em tubetes, como índices no diagnóstico do estado nutricional de N, de acordo com adição das doses de N (0; 400; 800; 1.600; 3.200 e 4.800 mg/dm³ de N no substrato). Os teores foliares de clorofila total apresentaram alta correlação positiva com a altura, diâmetro do caule, massa da matéria seca da parte aérea e raízes, área foliar e teor de N-NO3 da parte aérea dos porta-e...

  12. Progresso temporal da ferrugem e redução sobre a área foliar e os componentes do rendimento de grãos em soja Temporal progress of rust and reduced leaf area and yield components in soybean grain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Rafael Garcés Fiallos

    2011-04-01

    Full Text Available El ciclo de cultivo de soya 2009-10 favoreció una mayor intensidad de la roya asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow y Sydow en el sur de Brasil, por tanto fue necesario evaluar el avance del hongo y su efecto en el rendimiento del cultivo. Las evaluaciones fueron realizadas en experimentos de campo con 64 parcelas (2.7 x 5 m del cultivar Glycine max L. (Nidera 5909 RG, establecido el 05/12/09. Para generar gradientes de la enfermedad se utilizaron los fungicidas tebuconazol y epoxiconazol + piraclostrobina, en una, dos o tres aplicaciones en estadios fenológicos diferentes. La enfermedad fue cuantificada por el número de lesiones y urédias, posteriormente convertido para severidad (%. Se cuantificó también el índice de área foliar (IAF al final del llenado de granos y los componentes de rendimiento después de la cosecha. La severidad promedio final de la enfermedad superó el 50%. Las diferencias en severidad entre los estratos de la planta fueron influenciados por la cantidad inicial de la enfermedad, una vez que las tasas de progreso, determinadas por los modelos Logístico y de Gompertz, fueron semejantes entre los estratos (0.13 a 0.14 para Logístico y 0.10 a 0.11 para Gompertz. El IAF fue bajo (1.96 en las plantas no tratadas vs. 4.40 en el tratamiento con cuatro aplicaciones de epoxiconazol + piraclostrobina. Los programas de control iniciados en el estadio fenológico V9, con dos o tres aplicaciones, difirieron del testigo en el IAF. El número de vainas y granos por planta, así como de granos por vaina, no variaron entre los tratamientos. Sólo existió diferencia en el peso de granos del estrato superior, cuando los fungicidas fueron aplicados dos o tres veces a partir del estadio fenológico V9.A safra de soja 2009-10 favoreceu a uma maior intensidade da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow y Sydow no Sul do Brasil, de forma que seu progresso e redução puderam ser quantificados. As avaliações foram conduzidas

  13. PESO DE HOJAS COMO HERRAMIENTA PARA ESTIMAR EL ÁREA FOLIAR EN SOYA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Rafael Garcés Fiallos

    2011-07-01

    Full Text Available Cuantificaciones del área foliar en plantas son importantes en estudios de daños ocasionados por enfermedades, por lo tanto su determinación requiere el uso de equipamientos que no siempre se encuentran disponibles para todos. La utilización de determinaciones indirectas, como el peso de materia fresca o seca podría ayudar en este proceso. En este trabajo, se evaluó la relación entre el peso de hojas y área foliar, a partir de plantas recolectadas en el estadío R7.1, en 64 parcelas de campo con el cultivar de soja Nidera 5909 RG. El peso fresco fue medido luego de la colecta, el peso seco después de 48 horas de incubación a 65° C y el área foliar a través de un integralizador digital Licor. Fueron obtenidas ecuaciones significativas (p < 0.0001 e R2 de 0.74 a 0.97 para cada estrato y para la planta entera. Para la media de la planta, la relación de área foliar fue de y = 45.53 x + 19.03 para peso fresco e y = 176.17 x – 75.30 para peso seco. Esta herramienta se presenta potencialmente viable para estimar el área foliar de la planta. La utilización del peso seco es mas trabajosa, más no requiere pesaje de las hojas inmediatamente después de su colecta. La utilización futura de esta herramienta requiere estudios adicionales con otros cultivares a fin de verificarse si el comportamiento es similar.

  14. Expressão transiente do gene gus, sob regulação de quatro promotores, em diferentes tecidos de mamoeiro (Carica papaya L. e videira (Vitis sp. Transient expression of the gus gene, under the regulation of four promoters, on different tissues of papaya (Carica papaya l. and grape (Vitis sp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelar Almeida Pinto

    2002-12-01

    Full Text Available O mamoeiro (Carica papaya L. e a videira (Vitis vinifera L. destacam-se entre as fruteiras produzidas no Brasil por serem plantadas em quase todo o território nacional e apresentarem importância econômica e social. A tecnologia de produção de organismos geneticamente modificados, também conhecidos como "transgênicos", tem grande potencial de uso no desenvolvimento de fruteiras melhoradas. Porém, questões de propriedade intelectual limitam o uso da engenharia genética por países em desenvolvimento, que normalmente não detêm direitos sobre processos ou produtos necessários ao uso desta. Neste contexto, o presente estudo buscou avaliar promotores de expressão gênica alternativos ao CaMV 35S, que é o mais utilizado no desenvolvimento de transgênicos, mas é patenteado. Para tanto, construções gênicas com o gene gus sob a regulação de diferentes promotores foram testadas para expressão transiente em diversos tecidos de mamoeiro e videira. Expressão transiente foi avaliada em embriões somáticos, folhas, caules, raízes e frutos. O promotor do gene UBQ3, que é constitutivo e se encontra em domínio publico, mostrou ser uma alternativa promissora para futuros trabalhos de transformação genética de mamoeiro, mas não de videira.Papaya (Carica papaya L. and grapes (Vitis vinifera L. are among the most important fruit crops produced in Brazil, and are cultivated in several regions around the country being of economical and social importance. Genetic engineering has great potential on the development of genetically improved fruit crops. However, intellectual property issues constantly limit the commercial use of this technology in developing countries. Thus, the present study aimed to evaluate gene promoters as alternatives to the 35S CaMV, which is the most used so far in the development of transgenic plants, but it is patented. In order to do that, the expression of the gus gene under the regulation of distinct promoters was

  15. Temperature response of photosynthesis and its interaction with light intensity in sweet orange leaf discs under non-photorespiratory condition Resposta da fotossíntese à temperatura e sua interação com a intensidade luminosa em discos foliares de laranjeira doce na ausência de fotorrespiração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Vasconcelos Ribeiro

    2006-08-01

    Full Text Available This study aimed to evaluate the response of photosynthesis (A, given by photosynthetic O2 evolution, to increasing temperature from 25 to 50ºC in sweet orange (Citrus sinensis (L. Osbeck leaf discs under non-photorespiring conditions. In order to evaluate the response of gross photosynthesis to temperature and the balance between photosynthetic and respiratory activities, respiration (Rd rates were also measured, i.e. the O2 uptake in each temperature. In addition, light response curves of photosynthesis were performed by varying the photosynthetic photon flux density (PPFD from 0 to 1160 µmol m-2 s-1 at 25 and 40ºC. The highest A values were observed at 35 and 40ºC, whereas the highest Rd values were noticed at 50ºC. A higher relationship A/Rd was found at 30 and 35ºC, suggesting an optimum temperature of 35ºC when considering the balance between photosynthesis and respiration under non-photorespiring condition. Overall, heat effects on plant metabolism were more evident when evaluating the relationship A/Rd. In light response curves, higher A values were also found at 40ºC under PPFD higher than 300 µmol m-2 s-1. Light saturation point of photosynthesis was increased at 40ºC, without significant change of quantum efficiency under low PPFD. Respiration was also enhanced at 40ºC, and as a consequence, the light compensation point increased. The better photosynthetic performance at 35-40ºC was supported by higher photochemical efficiency in both light and temperature response curves. The temperature-dependence of photosynthesis was affected by growth temperature, i.e. a high air temperature during plant growth is a probable factor leading to a higher photosynthetic tolerance to heat stress.Este estudo foi conduzido para avaliar a resposta da fotossíntese (A, dada pela evolução fotossintética de O2, ao aumento da temperatura de 25 para 50ºC em discos foliares de laranjeira doce (Citrus sinensis (L. Osbeck sob condição de n

  16. Aplicação foliar de fertilizantes organominerais em cultura de alface Foliar application of organic mineral fertilizer in lettuce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Magno Q Luz

    2010-09-01

    Full Text Available A aplicação de fertilizantes organominerais tem permitido respostas positivas em diversas olerícolas. No presente trabalho avaliou-se a produção de mudas e produção comercial de alface, cultivar Vera, em função da aplicação foliar de fertilizantes organominerais líquidos, de outubro de 2005 a janeiro de 2006. A etapa de produção de mudas foi realizada em viveiro especializado na produção de mudas de hortaliças em Uberlândia e a condução da fase de campo foi realizada em área da Universidade Federal de Uberlândia. Analisou-se altura e número de folhas, massa fresca da parte aérea e diâmetro de raízes das mudas, massas fresca da parte aérea e de raízes das plantas na fase de campo. Foram empregados os fertilizantes organominerais Aminoagro Raiz, Aminoagro Folha Top, Aminoagro Mol, Nobrico Star, Aminolom Foliar e Lombrico Mol 75. O primeiro experimento utilizando mudas foi instalado em delineamento inteiramente casualizado com 15 repetições. O segundo experimento instalado a campo, foi feito em blocos ao acaso com 4 repetições. O uso exclusivo dos produtos organominerais líquidos, via aplicação foliar foi superior à testemunha para a maioria das variáveis avaliadas nas fases de muda e campo na alface, cultivar Vera.Biofertilizer application provides positive responses of several vegetable crops. The effect of foliar application of liquid biofertilizers on seedling and on commercial production of lettuce cultivar Vera were evaluated from October 2005 to January 2006. Seedling production was carried out in a nursery specialized in the production of vegetable seedlings, in Uberlandia, Minas Gerais State, Brazil, and the crop growing was carried out at a field of the Universidade Federal de Uberlandia. Plant height, number of leaves, aboveground part fresh weight and root diameter were evaluated on seedlings and fresh weight of the aboveground part and roots were evaluated on plants in the field. Aminoagro Raiz

  17. Taxonomic value of foliar characters in Dahlstedtia Malme: Leguminosae, Papilionoideae, Millettieae Valor taxonômico de caracteres foliares em Dahlstedtia Malme: Leguminosae, Papilionoideae, Millettieae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone de Pádua Teixeira

    2006-06-01

    Full Text Available Dahlstedtia Malme (Leguminosae is a neotropical genus, native to the Brazilian Atlantic Forest, and comprises two species, D. pinnata (Benth. Malme and D. pentaphylla (Taub. Burk., although it has been considered a monotypic genus by some authors. Leaf anatomy was compared to verify the presence of anatomical characters to help delimit species. Foliar primordium, leaflet, petiolule, petiole and pulvinus were collected from cultivated plants (Campinas, SP, Brazil and from natural populations (Picinguaba, Ubatuba and Caraguatatuba, SP, Brazil - D. pinnata; Antonina, PR, Brazil - D. pentaphylla. Studies on leaflet surface assessment (Scanning Electron Microscopy, as well as histology and venation analyses were carried out of dehydrated, fresh and fixed material from two species. Leaflet material was macerated for stomatal counts. Histological sections, obtained by free-hand cut or microtome, were stained with Toluidine Blue, Safranin/Alcian Blue, Ferric Chloride, Acid Phloroglucin. Secretory cavities are present in the lamina, petiolule, petiole, pulvinus and leaf primordium in D. pentaphylla, but not in D. pinnata, and can be considered an important character for species diagnosis. Other leaf characters were uninformative in delimiting Dahlstedtia species. There is cambial activity in the petiolule, petiole and pulvinus. This study, associated with other available data, supports the recognition of two species in Dahlstedtia.Dahlstedtia Malme (Leguminosae é um gênero neotropical, com duas espécies reconhecidas, D. pinnata (Benth. Malme e D. pentaphylla (Taub. Burk., embora tenha sido considerado monotípico por alguns autores. Seus representantes ocorrem na Floresta Atlântica, nos Estados do Sul e Sudeste do Brasil. Neste trabalho, realizamos um estudo comparativo da anatomia foliar, para verificar a presença de caracteres que possam auxiliar a identificação das espécies. Primórdio foliar, lâmina foliar, peciólulo, pecíolo e pulvino

  18. Morfologia foliar de indivíduos jovens e adultos de Caesalpinia echinata Lam. numa floresta semidecídua do Sul da Bahia Leaf morphology of saplings and adult individuals of Caesalpinia echinata Lam. in a semidecidual forest of Southern Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Sanches

    2009-10-01

    Full Text Available Caesalpinia echinata Lam. (Caesalpiniaceae é uma espécie arbórea que ocorre naturalmente no interior da floresta e atinge os estratos superiores do dossel por meio de pequenas clareiras. Objetivou-se, neste estudo, comparar alguns aspectos da morfologia foliar entre indivíduos adultos, cujas folhas se encontravam em pleno sol e jovens no sub-bosque. O estudo foi realizado numa floresta semidecídua, localizada no Município de Jussari, Bahia. Inicialmente, foram localizados e marcados oito indivíduos adultos e oito jovens para cada adulto. Foram coletadas e analisadas oito folhas para cada adulto e três para cada jovem, em duas épocas (setembro/novembro de 2004 e abril de 2005. Em geral, as áreas das folhas, das ráquis e dos folíolos, o comprimento das ráquis, a largura das folhas, o número de pinas e a massa seca das folhas foram significativamente superiores nos indivíduos jovens, ao passo que as massas específicas das folhas e dos folíolos foram significativamente superiores nos indivíduos adultos. Tanto nos adultos quanto nos jovens, nas duas épocas de coleta foram verificadas relações altamente significativas entre a massa seca e a área das folhas. Os resultados indicaram que folhas de C. echinata apresentam características que maximizam a absorção de luz onde este recurso é limitante e, ao mesmo tempo, direcionam maior alocação de carbono para os tecidos de suporte. Tais resultados estão de acordo com o observado no estádio sucessional da espécie analisada e com a sua estratégia de ocupação dos espaços gerados pela formação de pequenas clareiras, em ambiente de mata semidecídua.Caesalpinia echinata Lam. (Caesalpiniaceae is a tree species that naturally regenerates in the forest understory and reaches the upper canopy through small gaps. We conducted a study with the objective of comparing some aspects of leaf morphology of adult individuals, in which the leaves were exposed to full sunlight, and saplings

  19. Teor de açúcares solúveis e insolúveis em folhe de videiras, cv. syrah, em diferentes posições no ramo e épocas do ano Soluble and insoluble sugars content in cv. syrah grapevine leaves in different positions of the branch and seasons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara França Dantas

    2007-04-01

    Full Text Available Com o crescimento da área cultivada de videira para produção de vinho, tem aumentado a demanda por pesquisas para a região semi-árida do Brasil que resultem no desenvolvimento da viticultura no Vale do São Francisco. Todos os produtos da videira, como uva, vinho, passas, vinagre, têm origem nos açúcares que são produzidos nas folhas durante a fotossíntese e transportados, tanto para os frutos, na época de produção, como para troncos, raízes, folhas não expandidas na fase vegetativa. O objetivo deste trabalho é avaliar a influência da posição no ramo e da variação sazonal no teor de açúcares solúveis e insolúveis nas folhas em videiras para vinho (Vitis vinifera L., cv. Syrah, no Vale do São Francisco. Para tanto, o trabalho foi realizado em um vinhedo comercial e no Laboratório de Sementes/ Fisiologia Vegetal da Embrapa Semi-Árido. A partir dos resultados observados, conclui-se que os açúcares são produzidos em maior quantidade, a partir da quinta folha expandida e acumulam-se em folhas próximas aos cachos. O acúmulo de açúcares nas folhas aumenta após o início da maturação; no entanto, é fortemente influenciado pela temperatura, insolação e radiação.Due to the growth of grapevines cultivated areas for wine production, the requirement for viticulture researches have increased for the Brazilian semi-arid region, that could result in a great development of the viticulture at São Francisco River Valley. All commercialized products of the grapevine, as grape, wine, raisin, vinegar, have their origin in the sugars which are produced in leaves during photosynthesis and transported, in production time, to fruits, trunks, roots and leaves which do not expand in vegetative phase. The objective of this work was to evaluate the influence of the branch position and the seasonal variations in the content of soluble and insoluble sugars in 'Syrah' grapevine for wine production, cultivated at São Francisco River

  20. Foliar flavonoids of nine species of Bauhinia

    OpenAIRE

    SALATINO, ANTONIO; BLATT, CECÍLIA T.T.; SANTOS, DÉBORAH Y.A.C. DOS; VAZ, ANGELA M.S.F.

    1999-01-01

    Foliar flavonoids of nine species of Bauhinia were isolated and identified. All the compounds correspond to glycosides derived from kaempferol, quercetin, isorhamnetin and myricetin. Derivatives of the latter aglyconhe seem to be rare in Bauhinia. Derivatives of isorhamnetin are commonly found in species of subgenus Bauhinia and were not detected in the two species of subgenus Phanera. Flavonoid patterns of species of the former subgenus are in general more complex than those of the latter. ...

  1. Foliar fungi of Scots pine (Pinus sylvestris)

    OpenAIRE

    Millberg, Hanna

    2015-01-01

    Scots pine (Pinus sylvestris) is an ecologically and economically important tree species in Fennoscandia. Scots pine needles host a variety of fungi, some with the potential to profoundly influence their host. These fungi can have beneficial or detrimental effects with important implications for both forest health and primary production. In this thesis, the foliar fungi of Scots pine needles were investigated with the aim of exploring spatial and temporal patterns, and development with needle...

  2. Arquitetura do sistema radicular do porta-enxerto de videira 'IAC 766' na época de transplante do viveiro para o campo Root architecture of IAC 766 grapevine rootstock in the transplanting from the nursery to the field

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Sfeir de Aguiar

    2006-12-01

    Full Text Available Na propagação de porta-enxertos de videira por estaquia em recipientes para posterior transplante ao campo, é importante evitar danos ao sistema radicular. O objetivo do trabalho foi determinar, por meio da avaliação da arquitetura do sistema radicular, a melhor fase de desenvolvimento da muda para o transplante, ao campo, do porta-enxerto de videira 'IAC 766' Campinas, em Marialva - PR. As plantas foram avaliadas aos 60; 90; 120; 150 e 180 dias após a estaquia lenhosa em substratos contidos em sacos plásticos de 20cm de largura por 30cm de altura. As raízes foram expostas e fotografadas, avaliando-se comprimento e área do sistema radicular pelo programa SIARCS 3.0. Foi utilizado também um diagrama de arquitetura radicular, atribuindo-se notas à conformação do sistema radicular e foi contado o número de raízes enoveladas. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente ao acaso, com cinco tratamentos e cinco repetições, com 10 plantas por parcela. Os dados foram submetidos à análise de regressão polinomial. Todas as características, com exceção das notas da arquitetura do sistema radicular, ajustaram-se ao modelo de regressão linear crescente. A melhor fase para o transplante da muda do porta-enxerto 'IAC 766' para o campo é aos 90 dias após a estaquia.In grapevine propagation with cuttings in containers it is important to avoid damages to root system during transplanting to the field. The aim of this research was to determine, by means of root system evaluation, the best period to transplant 'IAC 766' (Campinas rootstock. The trial was set up in July 2004 in Marialva County (PR. The plants were evaluated 60, 90, 120, 150 and 180 days after the establishment of woody cutting in plastic bags of 20cm wide and 30cm high. The roots were exposed and pictures were taken in lateral and top positions and were evaluated by SIARCS 3.0 software, with determination of the area and the length of the root system

  3. Ação de quitosana sobre o desenvolvimento de Plasmopara viticola e Elsinoe ampelina, in vitro e em videiras cv. Isabel Chitosan action on Plasmopara viticola and Elsinoe ampelina development in vitro and in grapevines cv. Isabel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline José Maia

    2010-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivos avaliar o efeito da quitosana no controle dos fungos Plasmopara viticola e Elsinoe ampelina, agentes causais do míldio e da antracnose da videira, respectivamente. As concentrações de 0, 20, 40, 80 e 160 mg L-1 de quitosana foram utilizadas nos seguintes experimentos: testes de crescimento micelial, de germinação de esporos e ensaio em condições de campo. Para os dois últimos ensaios, adicionou-se tratamentos padrões com mancozeb e calda bordalesa. Verificou-se redução no crescimento micelial de E. ampelina sendo que a maior concentração de quitosana (160 mg L-1 reduziu em 57% o desenvolvimento do fungo, 192 horas após incubação. Nos testes de germinação, a dose de 160 mg L-1 de quitosana reduziu a germinação de esporos de E. ampelina em aproximadamente 98% e de P. viticola em 60%, não diferindo dos tratamentos com calda bordalesa e mancozeb. Nos ensaios a campo as maiores doses de quitosana (80 e 160 mg L-1 apresentaram um decréscimo na severidade de antracnose entre 93 e 81%. Para o míldio, a concentração de 160 mg L-1 apresentou um decréscimo de aproximadamente 81%. Baseando-se nestes resultados, pode-se concluir que a quitosana tem um grande potencial no controle do míldio e da antracnose da videira.This work aimed to evaluate the effect of chitosan on the control of fungi Elsinoe ampelina and Plasmopara viticola, the causal agents of downy mildew and anthracnose in grapevines, respectively. The concentrations of 0, 20, 40, 80 and 160 mg L-1 chitosan were used in the following trials: mycelial growth, spore germination, and experiment in field conditions. For the last two trials standard treatments with mancozeb and bordeax mixture were added. There was a reduction in E. ampelina mycelial growth and the highest chitosan concentration (160 mg L-1 decreased by 57% the fungus development at 192 hours after incubation. In the germination tests, the concentration of 160 mg L-1 chitosan

  4. Foliar absorption of 15N labeled urea by tea plant

    International Nuclear Information System (INIS)

    Hoshina, Tsuguo; Kozai, Shuji; Ishigaki, Kozo

    1978-01-01

    The effect of foliar application on the nitrogen nutrient status of tea shoots has been studied using 15 N labelled urea. Furthermore, the difference in nitrogen utilization by tea plant between foliar applied and top dressed nitrogen was investigated using 15 N labelled urea and ammonium sulfate. The foliar application of urea increased the amount of chlorophyll and total nitrogen in the new shoot, and the foliar application was more effective under shading condition. The urea sprayed upon old leaves prior to the opening of new leaf translocated to the new shoots. However, the foliar application after the opening of new leaf was more effective on nitrogen absorption by new shoots than one prior to that, and rather than top dressing for new shoots. It could be recognized that the foliar application of urea raises the nitrogen nutrient status of tea leaves in summer. (author)

  5. Reguladores de crescimento vegetal na concentração de macronutrientes em videira Itália Plant growth regulators on macronutrients in Itália grapes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresinha Costa Silveira de Albuquerque

    2008-01-01

    Full Text Available Em clima tropical semi-árido, o uso de reguladores vegetais em fruteiras permite o manejo do crescimento vegetativo, tão necessário ao escalonamento da produção e ao aumento da fertilidade das gemas. Estas substâncias influenciam vários fenômenos fisiológicos relacionados com a absorção mineral, como a condutância de membrana e utilização metabólica de íons. O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento vegetativo, produção de matéria seca dos ramos, concentração e quantidade acumulada de N, P, K, Ca e Mg nos ramos e nos pecíolos e produção de panículas florais em resposta ao uso de reguladores vegetais, em plantas de videira da cultivar Itália. No experimento foram avaliados três ciclos vegetativos e cinco tratamentos (controle, chlormequat - 1500 mg L-1; daminozide - 3000 mg L-1; uniconazole - 30 mg L-1 e cloreto de mepiquat - 300 mg L-1, aplicados nas plantas em pulverizações aos 35 e 70 dias após a poda. Com o chlormequat e o uniconazole ocorreu efeito cumulativo nas plantas, quando aplicados em ciclos sucessivos da cultura, favorecendo o acúmulo de nutrientes e a diferenciação de gemas férteis em comparação com as plantas controle das videiras 'Itália'. Embora o daminozide tenha inibido significativamente o crescimento das plantas, não resultou em maior acúmulo de nutrientes e emissão de panículas florais nas plantas tratadas.In semi-arid tropical climate, the use of plant growth regulators in fruit trees allows the vegetative growth control, so necessary to the assignment of the production and the increase of the fertility of the buds. These substances influence several physiological processes related to the mineral absorption, for example: membrane condutance and metabolic use of ions. The objective of this work was to evaluate vegetative growth, stem dry mater, N, P, K, Ca and Mg content in the stem and petiole and panicle production in response to plant growth regulators in grape "It

  6. Efeitos do sombreamento na anatomia foliar de Gallesia integrifolia (Spreng Harms e Schinnus terebinthifolius Raddi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.S. Santos

    2014-03-01

    Full Text Available Realizou-se estudo com o objetivo de analisar as alterações na anatomia foliar de Gallesia integrifolia (Spreng Harms e Schinnus terebinthifolius Raddi quando cultivadas em ambientes de sombra moderada ou densa, simulando as condições naturais encontradas em sistemas agroflorestais tradicionais do sul da Bahia, Brasil. Plantas das duas espécies, com aproximadamente um ano de idade, foram cultivadas em casa de vegetação sob quatro níveis de sombreamento (25%, 17%, 10% e 5%. Estudos anatômicos do limbo foliar foram realizados a partir de material incluído em parafina e seccionado em micrótomo rotativo. Os diferentes níveis de sombreamento ocasionaram alterações na estrutura do mesofilo de ambas as espécies, com diferenças significativas na espessura do parênquima paliçádico, limbo foliar, e densidade estomática. Nas condições em que o experimento foi realizado os resultados obtidos indicaram que G. integrifolia apresenta maior capacidade de aclimatação a ambientes de sombra moderada e densa do que S. terebinthifolius, sendo mais indicada para o cultivo em sistemas agroflorestais pré-estabelecidos.

  7. Área foliar de duas trepadeiras infestantes de cana-de-açúcar utilizando dimensões lineares de folhas Foliar area estimate of two sugarcane-infesting weeds using leaf blade linear dimensions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.P. Cardozo

    2009-01-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo obter uma equação, por meio de medidas lineares dimensionais das folhas, que permitisse a estimativa da área foliar de Momordica charantia e Pyrostegia venusta. Entre maio e dezembro de 2007, foram estudadas as correlações entre a área folia real (Sf e as medidas dimensionais do limbo foliar, como o comprimento ao longo da nervura principal (C e a largura máxima (L perpendicular à nervura principal. Todas as equações, exponenciais geométricas ou lineares simples, permitiram boas estimativas da área foliar. Do ponto de vista prático, sugere-se optar pela equação linear simples envolvendo o produto C x L, considerando-se o coeficiente linear igual a zero. Desse modo, a estimativa da área foliar de Momordica charantia pode ser feita pela fórmula Sf = 0,4963 x (C x L, e a de Pyrostegia venusta, por Sf = 0,6649 x (C x L.The aim of this study was to obtain a mathematical equation to estimate the leaf area of Momordica charantia and Pyrostegia venusta using linear leaf blade measurements. Correlation studies were conducted involving real leaf area (Sf and leaf length (C, maximum leaf width (L and C x L. The linear and geometric equations involving parameter C provided good leaf area estimates. From a practical viewpoint, the simple linear equation of the regression model is suggested using the C x L parameter, i.e., considering the linear coefficient equal to zero. Thus, leaf area estimate of Momordica charantia can be obtained by using the equation Sf = 0.4963 x (C x L, and that of Pyrostegia venusta by using equation Sf = 0.6649 x (C x L.

  8. Efeito do sombreamento na anatomia foliar de plantas jovens de andiroba (Carapa guianensis Aubl.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayse de Souza Aragão

    2014-08-01

    Full Text Available A capacidade de utilização da luz varia entre as espécies, e o sucesso de cada indivíduo depende de suas respostas morfoanatômicas. Este estudo avaliou a influência de diferentes intensidades luminosas sobre a anatomia foliar de mudas de Carapa guianensis Aubl. Folhas sadias do segundo e terceiro nós foram coletadas de plantas jovens desenvolvidas em quatro níveis de sombreamento: 30%, 50%, 70% e 0% (pleno sol, durante oito meses de experimento. Análises anatômicas foram feitas sob Microscopia Óptica (MO, a partir de lâminas temporárias e permanentes e sob Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV. A densidade estomática não apresentou diferenças significativas. As dimensões estomáticas e a espessura dos tecidos da lâmina foliar foram maiores com o aumento da intensidade luminosa. C. guianensis apresenta plasticidade anatômica, possibilitando a sobrevivência na floresta sob distintas condições luminosas.

  9. Estimating foliar biochemistry from hyperspectral data in mixed forest canopy

    DEFF Research Database (Denmark)

    Huber Gharib, Silvia; Kneubühler, Mathias; Psomas, Achilleas

    2008-01-01

    data to estimate the foliar concentration of nitrogen, carbon and water in three mixed forest canopies in Switzerland. With multiple linear regression models, continuum-removed and normalized HyMap spectra were related to foliar biochemistry on an individual tree level. The six spectral wavebands used...

  10. Diagnosing foliar nutrient dynamics of Eucalyptus grandis in ...

    African Journals Online (AJOL)

    Fertilisation is one of the most cost-effective methods of increasing and maintaining the productivity of Eucalyptus grandis plantations in South Africa. This silvicultural practice can be optimised by using the foliar nutrient ratios measured in plants at maximum growth as a guideline for fertiliser application. The foliar nutrient ...

  11. Use of the radioisotopes in foliar fertilizing studies

    International Nuclear Information System (INIS)

    Muraoka, T.; Boaretto, A.E.

    1987-01-01

    The utilization of the radioactive isotopes is studied to evaluate the efficiency of nitrogen in foliar fertilizers. One of the objectives was study the urea absorption via foliar in time function in sugar cane. The nitrogen 15 determination was done by mass spectrometer. (author)

  12. Spatial and temporal variability of leaf wetness duration in the State of São Paulo, Brazil Variabilidade espacial e temporal da duração do período de molhamento foliar no Estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Hamada

    2008-12-01

    Full Text Available One of the main factors influencing the occurrence of plant diseases is the leaf wetness duration (LWD. However, this climatic parameter is not generally and systematically recorded at meteorological stations, and the alternative to obtain an estimate for LWD is the use of mathematical models. The objective of this study was to estimate LWD for the State of São Paulo, on the basis of the number of hours with relative humidity equal to or higher than 90%, and also plot them on a map with help of the Geographical Information System (GIS tool. Using daily relative humidity data from ten meteorological stations of the State, for six years, adjustment equations were obtained for different LWD periods (hours day-1 (R² from 0.58 to 0.81 and of number of days (ND per month with LWD for a period equal to or higher than ten consecutive hours (R² from 0.57 to 0.75, both as functions of the mean relative humidity. The mean LWD and the mean ND varied among the different regions of the State and different periods of the year. The smallest estimated values of mean annual LWD and ND were observed for the west region of the State, and the highest values for the coastal region.A duração do período de molhamento (DPM foliar é um dos principais fatores para a ocorrência de doenças de planta. No entanto, esse parâmetro climático não é geralmente registrado sistematicamente nas estações meteorológicas, tendo-se como alternativa estimar a DPM por meio de modelos matemáticos. Este trabalho teve como objetivo estimar a DPM para o estado de São Paulo, baseando-se no número de horas com umidade relativa igual ou superior a 90%, e também espacializá-la utilizando as ferramentas de Sistema de Informações Geográficas (SIG. Utilizando resultados diários de umidade relativa de dez estações meteorológicas do estado, de seis anos, foram obtidas para diferentes períodos as equações de ajuste de DPM (horas dia-1 (R² de 0,58 a 0,81 e de número de

  13. Obtaining weather data for input to crop disease-warning systems: leaf wetness duration as a case study Obtenção de dados meteorológicos para sistemas de alerta fitossanitário: o caso da duração do período de molhamento foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mark L. Gleason

    2008-12-01

    Full Text Available Disease-warning systems are decision support tools designed to help growers determine when to apply control measures to suppress crop diseases. Weather data are nearly ubiquitous inputs to warning systems. This contribution reviews ways in which weather data are gathered for use as inputs to disease-warning systems, and the associated logistical challenges. Grower-operated weather monitoring is contrasted with obtaining data from networks of weather stations, and the advantages and disadvantages of measuring vs. estimating weather data are discussed. Special emphasis is given to leaf wetness duration (LWD, not only because LWD data are inputs to many disease-warning systems but also because accurate data are uniquely challenging to obtain. It is concluded that there is no single " best" method to acquire weather data for use in disease-warning systems; instead, local, regional, and national circumstances are likely to influence which strategy is most successful.Os sistemas de alerta fitossanitário são ferramentas de suporte à decisão desenvolvidos para ajudar os agricultures a determinar o melhor momento da aplicação das medidas de controle para combater as doenças de plantas. As variáveis meteorológicas são dados de entrada quase que obrigatórios desses sistemas. Este trabalho apresenta uma revisão sobre os meios pelos quais as variáveis meteorológicas são coletadas para serem usadas como dados de entrada em sistemas de alerta fitossanitário e sobre os desafios associados à logística de obtenção desses dados. Essa revisão compara o monitoramento meteorológico ao nível do produtor, nas propriedades agrícolas, com aquele feito ao nível de redes de estações meteorológicas, assim como discute as vantagens e desvantagens entre medir e estimar tais variáveis meteorológicas. Especial ênfase é dada à duração do período de molhamento foliar (DPM, não somente pela sua importância como dado de entrada em diversos

  14. Global patterns of foliar nitrogen isotopes and their relationships with climate, mycorrhizal fungi, foliar nutrient concentrations, and nitrogen availability

    Science.gov (United States)

    Joseph M. Craine; Andrew J. Elmore; Marcos P. M. Aidar; Mercedes Bustamante; Todd E. Dawson; Erik A. Hobbie; Ansgar Kahmen; Michelle C. Mack; Kendra K. McLauchlan; Anders Michelsen; Gabriela Nardoto; Linda H. Pardo; Josep Penuelas; Peter B. Reich; Edward A.G. Schuur; William D. Stock; Pamela H. Templer; Ross A. Virginia; Jeffrey M. Welker; Ian J. Wright

    2009-01-01

    Ratios of nitrogen (N) isotopes in leaves could elucidate underlying patterns of N cycling across ecological gradients. To better understand global-scale patterns of N cycling, we compiled data on foliar N isotope ratios, foliar N concentrations, mycorrhizal type and climate for over 11 000 plants worldwide. Global-scale comparisons of other components of the N cycle...

  15. Global patterns of foliar nitrogen isotopes and their relationships with climate, mycorrhizal fungi, foliar nutrient concentrations, and nitrogen availability

    DEFF Research Database (Denmark)

    Craine, J M; Elmore, A J; Aidar, M P M

    2009-01-01

    Ratios of nitrogen (N) isotopes in leaves could elucidate underlying patterns of N cycling across ecological gradients. To better understand global-scale patterns of N cycling, we compiled data on foliar N isotope ratios (d15N), foliar N concentrations, mycorrhizal type and climate for over 11 00...

  16. Armazenamento refrigerado da uva de mesa 'Romana' (A1105) cultivada sob cobertura plástica

    OpenAIRE

    Lulu, Jorge; Castro, Josalba V.; Pedro Júnior, Mário J.

    2005-01-01

    A videira é uma das principais fruteiras cultivadas em todo o mundo e atualmente a preferência por uvas do tipo "sem sementes" ou "apirênicas" vem aumentando gradativamente no mercado interno brasileiro. A cultivar 'Romana' (A1105) tem mostrado grande potencial como nova alternativa de uva de mesa apirênica na região de Jundiaí - SP. No entanto, a qualidade dos cachos tem sido afetada pela ocorrência de chuvas na época da colheita, propiciando a incidência de rachaduras nas bagas ("cracking")...

  17. Estimativa do Índice de Área Foliar (IAF) e Biomassa em pastagem no estado de Rondônia, Brasil

    NARCIS (Netherlands)

    Zanchi, F.B.; Waterloo, M.J.; Randow, von C.; Kruijt, B.; Cardoso, F.L.; Manzi, A.O.

    2009-01-01

    Medidas mensais da altura da pastagem, biomassa total, variações de biomassa viva e morta, a área específica foliar (SLA) e o Índice de Área de Folha (IAF) de fevereiro de 1999 a janeiro de 2005 na Fazenda Nossa Senhora (FNS) e em Rolim de Moura (RDM) entre Fevereiro a Março de 1999, Rondônia,

  18. Increase in the development of plants of purple ipê (Tabebuia impetiginosa) in function of the foliar fertilization with cow urine in the Southwest area of the Legal Amazon Aumento de lo desarrollo de las plantas de ipê púrpura (Tabebuia impetiginosa) en función de la fertilización foliar con orina de vaca en el suroeste del Amazonas Aumento no desenvolvimento de plantas de ipê roxo (Tabebuia impetiginosa) em função da adubação foliar com urina de vaca na região sudoeste da Amazônia Legal

    OpenAIRE

    Antônio Carlos Martins dos Santos; Miréia Aparecida Bezerra Pereira; Aurélio Vaz de melo; Gilson Araujo de Freitas; Rubens Ribeiro Ribeiro da Silva; Josilene Silva Rocha; Joenes Mucci Peluzio

    2010-01-01

    El aumento de la industrialización y la agricultura en Brasil ha promovido la generación de residuos en cantidades significativas a la ocurrencia de impacto ambiental. Sin embargo, cuando se gestionen estos mismos residuos según una base científica, estos pueden ser utilizados como materia prima en la producción de alimentos. Este estudio tuvo como objetivo evaluar el efecto de la aplicación foliar de la orina de vaca en el desarrollo inicial de las plantas de

  19. Desfolha em videiras americanas e viníferas na fase de pré-maturação dos frutos Defoliation of american and vinifera grapevines in the pre ripening of fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Anzanello

    2011-07-01

    Full Text Available Foram avaliadas possíveis interferências que a localização da folha removida mediante desfolha em videira apresenta sobre o rendimento e qualidade dos frutos. As cultivares 'Niagara Branca' e 'Concord', ambas Vitis labrusca, e 'Cabernet Sauvignon' e 'Merlot', ambas Vitis vinifera, foram utilizadas em sistema de condução em espaldeira, na safra 2006/2007. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições e quatro plantas por parcela, sendo testados 4 tratamentos: T1 (testemunha - sem desfolha, T2 (retirada das folhas localizadas opostas aos cachos, T3 (retirada das folhas do sarmento localizadas abaixo dos cachos e T4 (retirada das folhas do sarmento localizadas abaixo e opostas aos cachos. As cultivares da espécie Vitis labrusca receberam um tratamento adicional T5, constando na retirada das folhas acima dos cachos. A aplicação dos tratamentos foi realizada na fase de mudança de cor das bagas para as cultivares 'Concord', 'Merlot' e 'Cabernet Sauvignon' e início do amolecimento das bagas para a cultivar 'Niagara Branca'. Avaliaram-se, após a colheita, a produção por planta, a massa dos cachos, os teores de sólidos solúveis (SS, a acidez titulável, (AT e o pH dos frutos. Observou-se que a desfolha até a altura do cacho não influenciou na quantidade e na qualidade dos frutos. Porém, quando a desfolha foi realizada acima dos cachos, ocorreu um atraso na maturação das uvas americanas. Essa condição implica não ser necessária a desfolha seletiva até a altura dos cachos nas videiras estudadas, quando realizada na fase início de amadurecimento dos frutos.This study aimed to evaluate the interference that the location of the leaf removed by defolation in grapevine has on fruits quality and yield. Such experiment was performed using Niagara Branca and Concord, both Vitis labrusca, and Cabernet Sauvignon e Merlot, both Vitis vinifera, trained in a unilateral cordon system during the

  20. Foliar additional nutrition in the fruit growing field

    International Nuclear Information System (INIS)

    Soare, M.; Borlan, Z.; Gavriluta, I.; Budoi, G.; Marinca, C.; Bandu, G.G.

    1999-01-01

    This paper presents data concerning the influence of foliar application of some types of complex foliar fertilizers under the conditions of SCPP Caransebes (Caras-Severin district). The composition of these nutrients fulfils the nutritional needs of the fruit growing species on the fruit yield obtained in orchards. The application of different types of foliar nutrients on plants teguments resulted in some significant yield increases for the two species that were studied: apple and plum tree. The novelty of this paper is represented by the apparent degrees of productive use in yields of the macro and micronutrients from foliar fertilizers, as well as the productive use degrees of nutrients present in soil and of the nutrients applied in soil (we took into account the mean values for the studied years). The apparent degrees of productive use (in yield increases) of the nutrients from complex foliar fertilizers applied on apple-trees and plum-trees generally exceed 100 %. They determine high levels of productive use of the nutrients from soil and foliar nutrients applied. The experimental data emphasize the ecological protection effect of the supplementary foliar fertilization for the yield stimulation especially on soils with light texture and sloping soils. Refs. 6 (author)

  1. Interpretação de confrontos em perícias de crimes violentos baseados em anatomia foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Milanello do Amaral

    2016-07-01

    Full Text Available A megadiversidade de plantas no território brasileiro representa um grande potencial forense. No entanto, conhecimentos botânicos estabelecidos há séculos são esporadicamente empregados em procedimentos forenses. A Botânica Forense, em particular o estudo da morfologia externa e interna (anatomia das plantas, possibilita a caracterização de amostras e a identificação da espécie, oferecendo grande auxílio para o embasamento de linhas investigativas e, em alguns casos, configurando-se como importante prova material. Nas perícias de crimes violentos letais intencionais, como homicídio, execução sumária, estupro e roubo seguido de morte, é comum se encontrarem folhas ou fragmentos foliares aderidos a solas de calçado e tapetes de veículos de suspeitos. Confrontar esses vestígios com as amostras de folhas e fragmentos foliares do local de crime pode representar a única alternativa de materialidade, na falta de impressões dígito-papilares, pegadas ou material biológico humano. Neste estudo de caso, apresentamos três exames de confronto de amostras vegetais em investigações de roubo seguido de morte e execução sumária no Estado de São Paulo. Folhas e fragmentos foliares do local de crime foram comparados com folhas e fragmentos foliares de peças associadas ao(s suspeito(s a partir da observação da morfologia externa e da anatomia. Em todos os casos foi possível obter informações sobre a morfologia externa e, principalmente, sobre a anatomia dos fragmentos foliares, permitindo realizar comparações e apresentar como resultados dois confrontos negativos e um confronto parcialmente positivo. A experiência obtida com esses exames revelou que o planejamento das coletas de amostras botânicas nos locais de crime condiciona a interpretação dos resultados.

  2. Effect of the natural and artificial drying of leaf biomass Piper hispidinervum on the chemical composition of the essential oilEfeito da secagem natural e artificial da biomassa foliar de Piper hispidinervum na composição química do óleo essencial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Pereira Machado

    2013-03-01

    Full Text Available Piper hispidinervum C.DC. is a plant native to the Amazon region, produces an essential oil rich in safrole. The aim of this study was to evaluate the effect of different methods of drying biomass in chemical composition of the essential oil of P. hispidinervum cultivated in Morretes (PR. The treatments were: fresh leaves; natural drying for 6 and 12 days; oven drying at 40°C for 6 and 12 days. The essential oil was extracted by hydrodistillation from samples of 50 g of each treatment in triplicate. The chemical composition of essential oil was performed by gas chromatography coupled to mass spectrometer (GC/ MS. The experimental design was completely randomized design with three replication and four plants per plot. Data were subjected to analysis of variance. The type and drying time changes the chemical composition of the essential oil of P. hispidinervum. The dried at 40°C for 12 days reduce the amount of essential oil components, but with increasing content of safrole. Piper hispidinervum C.DC. é uma planta nativa da Amazônia, produtora de óleo essencial rico em safrol. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes métodos de secagem da biomassa folia de pimenta longa (P. hispidinervum, cultivada em Morretes (PR, na composição química do óleo essencial. Os tratamentos avaliados foram: folhas frescas; secagem natural por 6 e 12 dias; secagem em estufa à 40°C por 6 e 12 dias. O óleo essencial foi extraído por hidrodestilação a partir de amostras de 50 g de cada tratamento em triplicata. A determinação da composição química do óleo essencial foi realizada por cromatografia gasosa acoplada ao espectrômetro de massa (GC/MS. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três repetições e quatro plantas por parcela. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância. O tipo e tempo de secagem alteram a constituição química do óleo essencial de pimenta-longa. A secagem em

  3. Injúrias causadas por mosca-das-frutas sul-americana em cultivares de videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Zart

    2011-01-01

    Full Text Available A mosca-das-frutas sul-americana, Anastrepha fraterculus (Wiedemann (Diptera: Tephritidae, é uma das principais pragas da fruticultura no Brasil. O objetivo deste estudo foi identificar a suscetibilidade quanto à queda e deformação de bagas de diferentes cultivares/espécies de uva pela injúria causada pela oviposição de A. fraterculus. O trabalho foi realizado em vinhedos das cultivares 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera, 'Moscato Embrapa' (75% de V. vinifera e 'Isabel' (Vitis labrusca, localizados em Bento Gonçalves (RS, na safra 2006/2007. Dois casais de A. fraterculus foram confinados por cacho, em gaiolas de tecido voile, durante os estádios fenológicos de grão ervilha, início da compactação, início da maturação e maturação plena dos cachos. Queda significativa de bagas devido ao ataque de A. fraterculus foi registrada na cultivar 'Cabernet Sauvignon' quando a infestação foi realizada nos estádios fenológicos de grão ervilha e início da compactação de cacho; estádios de grão ervilha em 'Moscato Embrapa'; e nos estádios de grão ervilha, início da compactação e início da maturação do cacho na cultivar 'Isabel'. Foi registrada deformação de bagas quando as infestações foram realizadas nos estádios de grão ervilha e início da compactação de cacho em 'Cabernet Sauvignon', 'Moscato Embrapa' e 'Isabel'. O desenvolvimento larval até a fase de pupa foi observado somente na cultivar 'Moscato Embrapa'.

  4. Noise-resistant spectral features for retrieving foliar chemical parameters

    Science.gov (United States)

    Foliar chemical constituents are important indicators for understanding vegetation growing status and ecosystem functionality. Provided the noncontact and nondestructive traits, the hyperspectral analysis is a superior and efficient method for deriving these parameters. In practical implementation o...

  5. Molecular mechanisms of foliar water uptake in a desert tree

    OpenAIRE

    Yan, Xia; Zhou, Maoxian; Dong, Xicun; Zou, Songbing; Xiao, Honglang; Ma, Xiao-Fei

    2015-01-01

    Water deficits severely affect growth, particularly for the plants in arid and semiarid regions of the world. In addition to precipitation, other subsidiary water, such as dew, fog, clouds and small rain showers, may also be absorbed by leaves in a process known as foliar water uptake. With the severe scarcity of water in desert regions, this process is increasingly becoming a necessity. Studies have reported on physical and physiological processes of foliar water uptake. However, the molecul...

  6. Molecular mechanisms of foliar water uptake in a desert tree.

    Science.gov (United States)

    Yan, Xia; Zhou, Maoxian; Dong, Xicun; Zou, Songbing; Xiao, Honglang; Ma, Xiao-Fei

    2015-11-12

    Water deficits severely affect growth, particularly for the plants in arid and semiarid regions of the world. In addition to precipitation, other subsidiary water, such as dew, fog, clouds and small rain showers, may also be absorbed by leaves in a process known as foliar water uptake. With the severe scarcity of water in desert regions, this process is increasingly becoming a necessity. Studies have reported on physical and physiological processes of foliar water uptake. However, the molecular mechanisms remain less understood. As major channels for water regulation and transport, aquaporins (AQPs) are involved in this process. However, due to the regulatory complexity and functional diversity of AQPs, their molecular mechanism for foliar water uptake remains unclear. In this study, Tamarix ramosissima, a tree species widely distributed in desert regions, was investigated for gene expression patterns of AQPs and for sap flow velocity. Our results suggest that the foliar water uptake of T. ramosissima occurs in natural fields at night when the humidity is over a threshold of 85 %. The diurnal gene expression pattern of AQPs suggests that most AQP gene expressions display a circadian rhythm, and this could affect both photosynthesis and transpiration. At night, the PIP2-1 gene is also upregulated with increased relative air humidity. This gene expression pattern may allow desert plants to regulate foliar water uptake to adapt to extreme drought. This study suggests a molecular basis of foliar water uptake in desert plants. Published by Oxford University Press on behalf of the Annals of Botany Company.

  7. Phylogenetic Structure of Foliar Spectral Traits in Tropical Forest Canopies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly M. McManus

    2016-02-01

    Full Text Available The Spectranomics approach to tropical forest remote sensing has established a link between foliar reflectance spectra and the phylogenetic composition of tropical canopy tree communities vis-à-vis the taxonomic organization of biochemical trait variation. However, a direct relationship between phylogenetic affiliation and foliar reflectance spectra of species has not been established. We sought to develop this relationship by quantifying the extent to which underlying patterns of phylogenetic structure drive interspecific variation among foliar reflectance spectra within three Neotropical canopy tree communities with varying levels of soil fertility. We interpreted the resulting spectral patterns of phylogenetic signal in the context of foliar biochemical traits that may contribute to the spectral-phylogenetic link. We utilized a multi-model ensemble to elucidate trait-spectral relationships, and quantified phylogenetic signal for spectral wavelengths and traits using Pagel’s lambda statistic. Foliar reflectance spectra showed evidence of phylogenetic influence primarily within the visible and shortwave infrared spectral regions. These regions were also selected by the multi-model ensemble as those most important to the quantitative prediction of several foliar biochemical traits. Patterns of phylogenetic organization of spectra and traits varied across sites and with soil fertility, indicative of the complex interactions between the environmental and phylogenetic controls underlying patterns of biodiversity.

  8. Área foliar de Zinnia elegans Jacq. em diferentes épocas de semeadura e sistemas de condução.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Christina Rossini Pinto

    1996-05-01

    Full Text Available No presente trabalho, estudaram-se os efeitos de épocas de semeadura e sistemas de condução sobre a área foliar de Zinnia elegans e determinaram-se equações de regressão para a estimativa da área foliar de plantas submetidas a diferentes sistemas de condução. Definiram-se três estádios de desenvolvimento da planta para coleta das folhas: anterior à visualização da gema florífera apical, com gema florífera apical visível e em floração. Em cada estádio, foram coletadas, respectivamente, 45, 50 e 140 folhas por tratamento, num experimento em blocos casualizados com cinco repetições, analisado em esquema fatorial 3 X 3 (3 épocas de semeadura e 3 sistemas de condução. Determinaram-se o comprimento ao longo da nervura principal (C, a largura máxima perpendicular à nervura principal (L e a área foliar real (AFR. Estudaram-se as relações existentes entre a área foliar real e o produto do comprimento pela largura da folha, por meio de modelos de regressão linear. Concluiu-se que a área foliar foi influenciada pela época de semeadura, no estádio anterior à visualização dagema florífera apical e no de gema florífera apical visível, e pela época de semeadura e sistema de condução, no estádio de floração plena. Embora todos os modelos de regressão obtidos fossem adequados para estimar a área foliar real, recomendam-se, pela sua simplicidade, os modelos lineares sem intercepto AFR = 0,808907 CL, para o estádio anterior à visualização da gema florífera apical, AFR = 0,814309 CL, para o estádio de gema florífera apical visível, e AFR = 0,806762 CL, para o estádio de floração plena.

  9. Anatomia e ultraestrutura foliar de Ocimum gratissimum sob diferentes níveis de radiação luminosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Ferreira Fernandes

    2014-06-01

    Full Text Available Espécies vegetais são capazes de ajustar suas características fisiológicas, anatômicas e ultraestruturais aos fatores ambientais, como, por exemplo, a disponibilidade de radiação luminosa incidente. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência de diferentes níveis de radiação luminosa na anatomia e ultraestrutura foliar de Ocimum gratissimum L. (Lamiaceae. As plantas foram cultivadas por 93 dias em quatro níveis de radiação fotossinteticamente ativa (20, 11, 7 e 4mol m-2 d-1. O incremento da intensidade de luz proporcionou aumento no espessamento dos parênquimas paliçádico e esponjoso e do limbo foliar, entretanto, a espessura da epiderme não foi alterada. Em relação aos aspectos ultraestruturais, verificou-se aumento no tamanho dos cloroplastos e grãos de amido e um aumento do empilhamento dos tilacoides com a redução da intensidade de luz. As variações anatômicas e ultraestruturais verificadas confirmam a plasticidade fenotípica dessa espécie em função da intensidade de radiação luminosa.

  10. CURSO DIÁRIO E SAZONAL DO POTENCIAL HÍDRICO FOLIAR DE MOGNO EM SISTEMAAGROFLORESTAL1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Ribeiro de Morais

    2015-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar o curso diário e sazonal do potencial hídrico foliar de mogno (Swietenia macrophylla King (Meliaceae em sistema agroflorestal (SAF. O experimento foi realizado em árvores de S. macrophylla plantadas num sistema agroflorestal instalado no Campo Experimental da Embrapa Amazônia Ocidental, Manaus, AM. Avaliou-se o potencial hídrico foliar (Ψf dos cursos diário e sazonal nos anos 2004 e 2005, por meio da utilização de bomba de pressão tipo Scholander. Os resultados indicaram que os valores do Ψf de S. macrophylla, de modo geral, foram superiores no início da manhã e no final da tarde, com redução acentuada ao meio-dia, e que, em relação à sazonalidade de precipitação, as menores taxas foram reportadas para a época menos chuvosa, variando de -26 bar em 2004 para -31bar em 2005. Verificou-se que o potencial hídrico de Swietenia macrophylla em sistema agroflorestal sofreu reduções significativas em razão dos baixos índices pluviométricos entre junho e outubro de 2005.

  11. Virulência de Nomuraea rileyi à Spodoptera frugiperda e perfil protéico do secretoma em presença da cutícula do inseto

    OpenAIRE

    Ruiz, Ana Carolina

    2016-01-01

    A viticultura é uma atividade de grande importância econômica, destacando-se a sustentabilidade da pequena propriedade e o desenvolvimento territorial associados às atividades ligadas ao turismo. As plantas cultivadas se tornam vulneráveis a patógenos e insetos-praga e a videira apresenta diversas espécies consideradas pragas que reduzem sua produção e rentabilidade, entre estas, Spodoptera frugiperda, causando danos em diferentes partes da planta. Fungos entomopatogênicos podem oferecer uma ...

  12. Micromorfologia Foliar de Espécies de Sida spp. (guanxumas Leaf Micromorphology of Sida spp. Species (prickly sida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.H.B. Albert

    2002-12-01

    Full Text Available A eficácia dos herbicidas aplicados à folha é influenciada pela morfologia da superfície foliar que recebe a calda. A topografia da superfície foliar, o grau e o tipo da formação da cera epicuticular e a presença, tipo e distribuição de tricomas são características que influenciam a distribuição da calda pulverizada sobre a superfície foliar e, conseqüentemente, a eficácia do controle da planta daninha. Diante desses fatos, o presente trabalho teve como objetivo conhecer morfologicamente a superfície foliar de três espécies de guanxuma (Sida rhombifolia , Sida glaziovii e Sida cordifolia . A pesquisa foi desenvolvida no Núcleo de Apoio à Pesquisa em Microscopia Eletrônica Aplicada à Pesquisa Agropecuária (NAP/MEPA, instalada na ESALQ/USP-Piracicaba/SP. As amostras biológicas foram fixadas, posteriormente desidratadas, secas ao ponto crítico e recobertas com ouro. Após a evaporação com metal, as amostras das folhas foram observadas em microscópio eletrônico de varredura Zeiss, operando entre 5 e 15 kV. Verificou-se que a superfície adaxial das espécies S. rhombifolia e S. glaziovii apresentou tricomas estelares e simples (não-ramificados, tanto curtos como longos, e também glandulares simples, tanto curtos como longos; S. glaziovii apresentou a maior quantidade destes. A espécie que apresentou maior presença de ceras epicuticulares foi S. rhombifolia, cuja aparência é estriada e a orientação aleatória. Das três espécies, S. cordifolia foi a que mostrou menor quantidade de tricomas, possuindo na superfície adaxial predominantemente tricomas simples e/ou com duas ramificações e também tricomas glandulares simples e curtos. A cutícula apresentou superfície plana e lisa, sem o aspecto estriado das outras duas espécies analisadas. Todas as espécies são anfiestomáticas, com predominância do tipo anomocítico, que é característico da família Malvaceae.The efficacy of leaf - applied herbicides is

  13. Phenology and thermal summation (degree days for ‘Isabel’ grape (Vitis labrusca produced in the Northwest of Parana State/ Fenologia e soma térmica (graus-dia para a videira ‘Isabel’ (Vitis labrusca cultivada no Noroeste do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Werner Genta

    2004-05-01

    Full Text Available The objetive of this research was to characterize the phenological performance of ‘Isabel’ grape (Vitis labrusca produced in the northwest of Parana state, as well to characterize its thermal demand in degree-days. The experimental area was established in a commercial vineyard of Vinícola Intervin®, Maringá, PR. The vineyard was planted in August of 2000 and the trees were trained in a pergola system, in a 4.0 x 1.0 m spacing. The evaluations started from the winter pruning of 2003. The random design was used as the statistical model with 20 replications and each plot was composed by one tree. The phenology of grapes was evaluated considering the duration in days of each one of the following subperiods: pruning to bud swell, pruning to beggining of shoot growth, pruning to visible cluster, pruning to flowering, pruning to early ripening and pruning to harvest. The thermal demand of ‘Isabel’ grape was determined using the degree-days summation from the pruning to harvest, as well for each of the subperiods, considering two base-temperatures (10oC and 12oC. It was possible to conclude that: the duration of the ‘Isabel’ grape (pruning to harvest in the northwest of Parana is 127 days, and its thermal demand is 1,238.20 degree-days. The most suitable base-temperature to calculate this demand was 10oC.O trabalho teve como objetivo caracterizar o comportamento fenológico da videira ‘Isabel’ (Vitis labrusca cultivada no norte do Estado do Paraná, bem como caracterizar sua exigência térmica em graus-dia. A área experimental foi instalada em uma propriedade comercial pertencente à Vinícola Intervin®, localizada no município de Maringá, PR. O vinhedo foi estabelecido em agosto de 2000 e as plantas foram conduzidas no sistema latada no espaçamento de 4,0 m x 1,0 m. As avaliações tiveram início a partir da poda de frutificação realizada no fim do inverno de 2003. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado

  14. Fungos associados ao processo de decomposição foliar: 2 anos de estudo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Kappes Marques

    2015-12-01

    Full Text Available O processo de decomposição da matéria orgânica em córregos de baixa ordem, realizado em grande parte pelos fungos, é importante para o fornecimento de energia a diversos níveis tróficos neste ecossistema. O presente trabalho avaliou a variação temporal de bolores e leveduras associados ao processo de decomposição foliar em um córrego de baixa ordem no cerrado tocantinense. Detrito vegetal misto foi coletado do aporte vertical da vegetação ripária e colocado em sacos de malha grossa e submersos por 30 dias no córrego Buritizal. O isolamento e contagem dos fungos filamentosos e leveduras foi realizado a partir do macerado de discos foliares em caldo peptonado e semeado em placas de petri contendo meio BDA e YMA incubados por 30 dias. As contagens de leveduras variaram de 1,42 logUFC.gMOF em junho de 2011 a 5,90 logUFC.gMOF em abril de 2012. Os fungos filamentosos variaram de 1,98 logUFC.gMOF em julho de 2011 a 6,27 logUFC.gMOF em março de 2013. As maiores contagens de fungos filamentosos e leveduras ocorreram em ambos períodos chuvosos porém somente os filamentosos apresentam diferença estatisticamente significativa e podem estar associadas as enxurradas, quando há o escoamento da serrapilheira e solo das margens com consequente maior entrada de geofungos e demais sapróbios associados ao aporte horizontal.

  15. Transpiração e condutância foliar à difusão de vapor de feijoeiro irrigado em função da temperatura da folhagem e variáveis ambientais = Transpiration and stomatal conductance of irrigated bean in relation to foliage temperature and environmental variables

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Augusto Manfron

    2007-01-01

    Full Text Available Áreas com cultivo irrigado têm o déficit de saturação de vapor (DPV etemperatura do ar modificados. Sendo a resposta estomática influenciada por essas variáveis e outras como temperatura do dossel, a cultura do feijão irrigado tende a apresentar condutância estomática à difusão de vapor (Gva e transpiração, diferenciados com relação ao cultivo de sequeiro. Avaliando-se Gva e transpiração com porômetros de equilíbrio dinâmico, verificou-se que a taxa de transpiração apresentou melhor correlação em relação à temperatura da folhagem em condições de folhas ao sol, do que em relação a folhassombreadas. Relações de Gva com temperatura do ar, DPV e radiação fotossinteticamente ativa (PAR reforçam a interação dos fatores ambientais com a resposta estomática. Valores de Gva apresentaram correlação exponencial negativa tanto com temperatura do ar e DPV,para valores entre 20 e 35°C, de 0,5 à 3 KPa, respectivamente e aumento exponencial quando relacionada a PAR, mesmo com valores superiores a 2000 mmol m-2 s-1.Irrigated areas present environmental variables such as vapor pressure deficit (DPV and modified air temperature. The stomatal response is not only affected by these modified environmental conditions, but also by others such as canopy temperature. Thus, an irrigated bean crop tend to present modifications in stomatal conductance (Gva and transpiration in relation to a non irrigatedcommon bean crop. Gva and transpiration were measured with steady-state null-balance porometers. Results showed that transpiration rate correlated better with canopy temperature in conditions of sunny leaves than of shaded leaves. The relation between Gva and air temperature, and between DPV and photosynthetic active radiation (PAR reinforce the interaction of the environmental variables with stomatal response. Gva values presented negative exponential correlation with air temperature and DPV, for values between 20 and 35°C, and 0

  16. Avaliação do potencial de cinco cultivares de videiras americanas para sucos de uva no sul de Minas Gerais Potential evaluation of five american cultivars for grape juices in the south of Minas Gerais state

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliano Elias Pereira

    2008-10-01

    Full Text Available Objetivou-se, no presente trabalho realizar uma caracterização dos sucos de uva de cinco cultivares de videira americana Vitis labrusca (Folha de Figo, Alwood, Concord, BRS-Rúbea e Isabel segundo suas características visuais, olfativas e gustativas, utilizando um método descritivo por um painel de degustadores da Embrapa Uva e Vinho (EMBRAPA/CNPUV de Bento Gonçalves e da Associação Brasileira de Enologia (ABE, constituído por doze degustadores. De acordo com os resultados, os sucos das cultivares Isabel e Folha de Figo foram superiores aos demais, segundo a análise de componentes principais (ACP, principalmente pelas variáveis limpidez, equilíbrio olfativo, intensidade e corpo gustativo, persistência olfato-gustativa e julgamento geral (notas. O suco Folha de Figo foi superior ao Isabel quanto à tonalidade, sendo o primeiro caracterizado como vermelho-violáceo. A cultivar Folha de Figo é a mais utilizada na região para a produção de suco, podendo os produtores utilizarem também a cultivar Isabel, que mostrou potencial nas condições edafo-climáticas do sul de Minas Gerais.The present work was designed to accomplish the characterization of the different grape juices of five grapevine cultivars of Vitis labrusca (Folha de Figo, Alwood, Concord, BRS-Rúbea e Isabel according to their visual, smell and taste characteristics utilizing a descriptive method by a panel of tasters of Embrapa Grape and Wine (EMBRAPA/CNPUV of Bento Gonçalves, and of the Brazilian Enology Association (ABE consisting of 12 tasters. According to the results, the juices of the cultivars Isabel and Folha de Figo were higher than the others, analyzed statistically according to the Principal Component Analysis (PCA, mainly by the visual cleanliness variables, olfatory equilibrium, gustative body and quality, olfato-gustative persistence and general judgement (scores and the juice of Folha de Figo was higher than Isabel according to visual shade, the former

  17. Leaf nutrient contents of rangpur lime rootstock as afected by N, P, K, Ca and S fertilization Concentrações foliares do porta-enxerto limoeiro 'cravo' em função da adubação N, P, K, Ca e S

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonas Ruschel

    2004-10-01

    Full Text Available Analysis of leaf nutrient contents can demonstrate plant nutritional status, identify symptoms of deficiency and toxicity, and evaluate the need to adjust fertilization programs. This research determined N:P:K:Ca:S rates for optimal nutrition of Rangpur lime - RL (Citrus limonia Osb. rootstock, in an experiment arranged in a fractional factorial design of the (¹/25 5(4 type, with 25 treatments distributed within five blocks. Seedlings of RL were transplanted into 3.8-dm³ containers filled with commercial growing media, when plant height = 10 cm, in a nursery. Treatments consisted of the following nutrient rates (g per plant: N = 0.31, 0.62, 1.25, 2.5 and 5; K = 0.4, 0.62, 1.25, 2.5 and 5; P = 0.35, 1.0, 2.0, 3.0 and 4.0; and Ca = 3.5, 5.0, 6.0, 7.0 and 8.0. Phosphorus and Ca were applied to the compost before transplant of seedlings, while N and K were applied later and total amounts were split into 20 weekly applications via fertigation. Nutrient sources were triple super phosphate, gypsum, NH4NO3 and KCl. Leaf nutrient concentrations of five-mo-old plants were high or in excess for N, P, K and S. Calcium and Mg concentrations were low. Greater dry mass of plants were observed at nutrient rates of N = 3.5, P = 2.7, K = 2.0, and Ca = 6.5 g per plant.A determinação das concentrações foliares representa o estado nutricional das plantas, identifica deficiências e/ou excessos e avalia a necessidade de ajustar as adubações. Este trabalho objetivou determinar a melhor combinação de doses NPKCa e S que proporcione a concentração foliar responsável pela maior quantidade de matéria seca total das plantas de porta-enxerto limoeiro `Cravo', em um experimento fatorial fracionário (¹/25 5(4, com 25 tratamentos, repartidos em cinco blocos de cinco tratamentos. As mudas do limoeiro `Cravo' (Citrus limonia Osb. foram transplantadas para recipientes (3,8 dm³ com substrato comercial, em viveiro telado, quando atingiram 10 cm. Os tratamentos

  18. Anatomia foliar de quatro espécies do gênero Cattleya Lindl. (Orchidaceae do Planalto Central Brasileiro Foliar anatomy of four species of genus Cattleya Lindl. (Orchidaceae of the Brazilian Central Planalt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosane Zanenga-Godoy

    2003-03-01

    Full Text Available As espécies analisadas (Cattleya araguaiensis Pabst, C. bicolor Lindl., C. nobilior Rchb. e C. walkeriana Gardn. apresentam epiderme uniestratificada em ambas as faces da lâmina foliar, ocorrendo estômatos na face abaxial; deposição de cera epicuticular em crostas, escamas, flocos e plaquetas; em C. araguaiensis ocorrem estegmatas incrustados nas células epidérmicas; em todas as espécies ocorre hipoderme com células de paredes espessadas; mesofilo bifacial, compacto; células paliçádicas atípicas, com barras de espessamento; feixes vasculares colaterais dispostos alternadamente, acompanhados por bainha de fibras; cordões fibrosos acompanhados por estegmatas ocorrem longitudinalmente na lâmina foliar; presença de ráfides. Os aspectos descritos revelam acentuada xeromorfia, em função de economia de água.The analyzed species (Cattleya araguaiensis Pabst, C. bicolor Lindl., C. nobilior Rchb. e C. walkeriana Gardn. present unistratified epidermis at both surfaces with stomata at abaxial surface; deposition of epicuticular wax in crusts, scales, granules and plates; C. araguaiensis presents stegmata at epidermal cells; others characteristics present at all species are: hypodermis cells with thick walls; bifacial and compact mesophyll; atipic cells ofpalisade parenchyma with thichness bars; collateral vascular bundles alternate accompanied by sheath fibers; cordon fibers accompanied by stegmata in the foliar blade; raphids. The described aspects reveal accentuate xeromorphy for water economy.

  19. Adubação foliar com níquel e molibdênio no feijoeiro comum cv. Ouro Vermelho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Lopes

    2014-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação foliar de níquel (Ni e molibdênio (Mo sobre componentes de rendimento, crescimento e composição mineral do feijoeiro comum Ouro Vermelho. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com quatro repetições e arranjo fatorial 5 x 2, constituído de doses de Ni (0, 15, 30, 45 e 60 g ha-1 e de Mo (0 e 80 g ha-1, aplicadas por via foliar, aos 25 dias após a semeadura, na forma de cloreto de níquel hexaidratado e de molibdato de amônio, respectivamente. As doses de Ni não influenciaram os teores foliares de N, P, K, Fe, Mo e Ni, aumentaram, porém, os teores de N, Ni e de proteína bruta na semente. A aplicação foliar de Mo reduziu os teores foliares de P, Fe e Ni, aumentou, no entanto, o teor foliar de Mo e o teor de N, Mo e de proteína bruta na semente. Observou-se que as doses de Ni e de Mo não afetaram a massa de sementes, o número de sementes por vagem, o número de vagens por planta e a massa seca de raiz do feijoeiro. A aplicação de Mo aumentou em 21,62% o número de nódulos.

  20. Controle de verrugose, melanose e leprose em laranja pera, com fungicidas e acaricida em mistura com adubo foliar Control of citrus scab, melanose and leprosis with fungicides and miticide mixed to foliar fertilizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Bettiol

    1994-12-01

    Full Text Available Pulverizações com ziram (Rodisan SC, oxicloreto de cobre (Coprantol BR e óxido de fembutatina (Torque 500 SC em dosagens normais e subdosagens, isoladamente ou em mistura com um adubo foliar originário da fermentação glutâmica do melaço, controlaram de forma efetiva a verrugose, melanose e leprose em laranja pera. A aplicação isolada do resíduo da fermentação glutâmica do melaço, base para diversos adubos foliares, nas dosagens de 0,25% e 5% do produto comercial Ajifol, não interferiu na ocorrência de verrugose e melanose. Entretanto, ocasionou um aumento do número de frutos com leprose, do número de lesões de leprose por fruto e do número de ácaros da leprose (Brevipalpus phoenicis Geipsks nas folhas e nos frutos.Normal dosage and tinder-dosage sprays of ziram (Rodisan SC; cooper oxychloride (Coprantol BR and fenbutatin oxide (Torque 500 SC, isolately or in association with Ajifol, a foliar fertilizer from molasses glutamic fermentation, provided efficient control of scab, melanose and leprosis in 'Pera' orange. Sprays of Ajifol at 0.25 and 5% had no effect on the rate of occurrence of scab and melanose, but was correlated with increases in the rates of fruits with symptoms of leprosis, number of leprosis spots per fruit, and the number of leprosis mites (Brevipalpus phoenicis Geijskes on leaves and fruits.

  1. Anatomia foliar de quatro espécies do gênero Cattleya Lindl. (Orchidaceae) do Planalto Central Brasileiro Foliar anatomy of four species of genus Cattleya Lindl. (Orchidaceae) of the Brazilian Central Planalt

    OpenAIRE

    Rosane Zanenga-Godoy; Cecilia Gonçalves Costa

    2003-01-01

    As espécies analisadas (Cattleya araguaiensis Pabst, C. bicolor Lindl., C. nobilior Rchb. e C. walkeriana Gardn.) apresentam epiderme uniestratificada em ambas as faces da lâmina foliar, ocorrendo estômatos na face abaxial; deposição de cera epicuticular em crostas, escamas, flocos e plaquetas; em C. araguaiensis ocorrem estegmatas incrustados nas células epidérmicas; em todas as espécies ocorre hipoderme com células de paredes espessadas; mesofilo bifacial, compacto; células paliçádicas atíp...

  2. Incidência de doenças e necessidade de controle em cultivo protegido de videira Incidence of diseases and needs of control in overhead covered grapes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Chavarria

    2007-01-01

    Full Text Available O cultivo protegido de videira no Brasil tem-se expandido, em área, visando principalmente à diminuição de danos por adversidades climáticas sobre a produção e a maturação das uvas. Entretanto, não se dispõe de informações sobre o microclima e as necessidades de controle fitossanitário que são impostas por essa tecnologia, as quais constituem os objetivos deste trabalho. O experimento foi instalado no ciclo 2005-2006, em Flores da Cunha-RS, em um vinhedo de 'Moscato Giallo', conduzido em "Y", com cobertura plástica impermeável (160µm, em 12 fileiras com 35m, deixando-se 5 fileiras sem cobertura (controle. Em ambas áreas, avaliou-se o microclima quanto à presença de água livre (registro visual, temperatura (T, umidade relativa (UR do ar, radiação fotossinteticamente ativa (RFA e velocidade do vento (VV próximos ao dossel vegetativo e aos cachos. Na área coberta, foram aplicados fungicidas quando necessário, enquanto na área descoberta foram realizadas aplicações por calendário. Durante a floração e a maturação, avaliaram-se a incidência e a severidade de míldio (Plasmopara viticola, oídio (Uncinula necator, podridão-cinzenta-da-uva (Botrytis cinerea, podridão-da-uva-madura (Glomerella cingulata e podridão ácida (leveduras imperfeitas e leveduras esporógenas. A cobertura plástica aumentou a temperatura diurna próxima ao dossel vegetativo, não influenciou na umidade relativa do ar, diminuiu a radiação fotossinteticamente ativa e a velocidade do vento e restringiu drasticamente a água livre sobre as folhas e cachos. Nessas condições, na área coberta, realizaram-se apenas duas aplicações para o controle do oídio, enquanto na área descoberta foram realizadas 17 aplicações para o controle de doenças fúngicas. Não houve incidência de doenças na avaliação realizada na floração, nos dois sistemas de cultivo; contudo, no período de maturação, houve decréscimos significativos de incid

  3. Fenologia, produção e composição do mosto da 'Cabernet sauvignon' e 'Tannat' em clima subtropical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Jefferson Sato

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar a fenologia e a produção das videiras 'Cabernet Sauvignon' e 'Tannat' (Vitis vinifera L., em clima subtropical, para a elaboração de vinho tinto. A área experimental foi instalada em uma propriedade comercial pertencente à Vinícola Intervin®, em Maringá-PR, e as videiras foram conduzidas em latada sobre o 'IAC 766 Campinas', em espaçamento 4,0 x 1,5m. As avaliações tiveram início a partir das podas de frutificação, realizadas no fim do inverno, durante quatro safras consecutivas (2003, 2004, 2005 e 2006. Foram utilizadas 20 plantas representativas de cada variedade, sendo avaliada a duração em dias das principais fases fenológicas das videiras, bem como estimadas a produção por planta e a produtividade de cada variedade. A evolução de maturação das uvas foi determinada pela análise semanal do pH, teor de sólidos solúveis totais (SST e acidez titulável (AT do mosto das bagas. A duração média do ciclo da videira 'Cabernet Sauvignon' foi de 130,3 dias, enquanto da 'Tannat' foi de 131,3. As estimativas médias da produção por planta e da produtividade foram, respectivamente, de 4,5 kg e 8,9 t ha-1 para a uva 'Cabernet Sauvignon' e 7,3 kg e 12,1 t ha-1 para a 'Tannat'. Os teores médios de pH, SST e AT foram, respectivamente, de 3,3; 14,5 ºBrix e 1,1% de ácido tartárico para a uva 'Cabernet Sauvignon', e 3,3; 17,7 ºBrix e 1,1% de ácido tartárico para a 'Tannat'.

  4. Armazenamento refrigerado da uva de mesa 'Romana' (A1105) cultivada sob cobertura plástica Cold storage of 'Romana' (A1105) table grape cultivated under plastic cover

    OpenAIRE

    Jorge Lulu; Josalba V. Castro; Mário J. Pedro Júnior

    2005-01-01

    A videira é uma das principais fruteiras cultivadas em todo o mundo e atualmente a preferência por uvas do tipo "sem sementes" ou "apirênicas" vem aumentando gradativamente no mercado interno brasileiro. A cultivar 'Romana' (A1105) tem mostrado grande potencial como nova alternativa de uva de mesa apirênica na região de Jundiaí - SP. No entanto, a qualidade dos cachos tem sido afetada pela ocorrência de chuvas na época da colheita, propiciando a incidência de rachaduras nas bagas ("cracking")...

  5. Estimating foliar nitrogen in Eucalyptus using vegetation indexes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Felipe Ramalho de Oliveira

    Full Text Available ABSTRACT Nitrogen (N has commonly been applied in Eucalyptus stands in Brazil and it has a direct relation with biomass production and chlorophyll content. Foliar N concentrations are used to diagnose soil and plant fertility levels and to develop N fertilizer application rates. Normally, foliar N is obtained using destructive methods, but indirect analyses using Vegetation Indexes (VIs may be possible. The aim of this work was to evaluate VIs to estimate foliar N concentration in three Eucalyptus clones. Lower crown leaves of three clonal Eucalyptus plantations (25 months old were classified into five color patterns using the Munsell Plant Tissue Color Chart. For each color, N concentration was determined by the Kjeldahl method and foliar reflectance was measured using a CI-710 Miniature Leaf Spectrometer. Foliar reflectance data were used to obtain the VIs and the VIs were used to estimate N concentrations. In the visible region, the relationship between N concentration and reflectance percentage was negative. The highest correlations between VIs and N concentrations were obtained by the Inflection Point Position (IPP, r = 0.97, Normalized Difference Red-Edge (reNDVI, r = 0.97 and Modified Red-Edge Normalized Difference Vegetation Index (mNDI, r = 0.97. Vegetation indexes on the red edge region provided the most accurate estimates of foliar N concentration. The reNDVI index provided the best N concentration estimates in leaves of different colors of Eucalyptus urophylla × grandis and Eucalyptus urophylla × urophylla (R2 = 0.97 and RMSE = 0.91 g kg−1.

  6. Effect of Maize Hybrid and Foliar Fungicides on Yield Under Low Foliar Disease Severity Conditions.

    Science.gov (United States)

    Mallowa, Sally O; Esker, Paul D; Paul, Pierce A; Bradley, Carl A; Chapara, Venkata R; Conley, Shawn P; Robertson, Alison E

    2015-08-01

    Foliar fungicide use in the U.S. Corn Belt increased in the last decade; however, questions persist pertaining to its value and sustainability. Multistate field trials were established from 2010 to 2012 in Illinois, Iowa, Ohio, and Wisconsin to examine how hybrid and foliar fungicide influenced disease intensity and yield. The experimental design was in a split-split plot with main plots consisting of hybrids varying in resistance to gray leaf spot (caused by Cercospora zeae-maydis) and northern corn leaf blight (caused by Setosphaera turcica), subplots corresponding to four application timings of the fungicide pyraclostrobin, and sub-subplots represented by inoculations with either C. zeae-maydis, S. turcica, or both at two vegetative growth stages. Fungicide application (VT/R1) significantly reduced total disease severity relative to the control in five of eight site-years (P<0.05). Disease was reduced by approximately 30% at Wisconsin in 2011, 20% at Illinois in 2010, 29% at Iowa in 2010, and 32 and 30% at Ohio in 2010 and 2012, respectively. These disease severities ranged from 0.2 to 0.3% in Wisconsin in 2011 to 16.7 to 22.1% in Illinois in 2010. The untreated control had significantly lower yield (P<0.05) than the fungicide-treated in three site-years. Fungicide application increased the yield by approximately 6% at Ohio in 2010, 5% at Wisconsin in 2010 and 6% in 2011. Yield differences ranged from 8,403 to 8,890 kg/ha in Wisconsin 2011 to 11,362 to 11,919 kg/ha in Wisconsin 2010. Results suggest susceptibility to disease and prevailing environment are important drivers of observed differences. Yield increases as a result of the physiological benefits of plant health benefits under low disease were not consistent.

  7. A two-compartment exposure device for foliar uptake study

    International Nuclear Information System (INIS)

    Zuo, Q.; Lin, H.; Zhang, X.L.; Li, Q.L.; Liu, S.Z.; Tao, S.

    2006-01-01

    An airtight two-chamber exposure devise was designed for investigating foliar uptake of polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs) by plants. The upper and the bottom chambers of the device were air-tightly separated by an aluminum foil and the plant aerial tissues and roots were exposed in the two chambers, respectively. The device was tested using maize exposed to several PAH species. Positive correlations between air and aerial tissue concentrations of the exposed PAH species were revealed. PAHs spiking in the culture solution had no influence on the leaf concentrations. -- A two-compartment gastight exposure device was developed for investigation of foliar uptake of PAHs by plants

  8. Contribuição das ramificações e a evolução do índice de área foliar em cultivares modernas de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alencar Junior Zanon

    2015-01-01

    Full Text Available Os objetivos neste trabalho foram quantificar a contribuição das ramificações e a evolução do índice de área foliar em cultivares modernas de soja com diferentes grupos de maturação, tipos de crescimento, semeadas em diferentes épocas e regiões produtoras de soja no Rio Grande do Sul. Experimentos de campo foram conduzidos durante o ano agrícola 2013/2014 em Santa Maria, Júlio de Castilhos e em três lavouras comerciais de soja nos municípios de Restinga Sêca, Tupanciretã e Água Santa. Avaliaram-se (data de ocorrência os estágios reprodutivos e a determinação do índice de área foliar total, máximo, da haste principal e das ramificações em treze cultivares de soja. O índice de área foliar das ramificações contribui com cerca de 31%, 12,3% e 11% do índice de área foliar total nas cultivares determinadas, e com 20,2%, 11,8% e 9% do índice de área foliar total nas cultivares indeterminadas nas semeaduras de setembro, novembro e fevereiro, respectivamente, em Santa Maria. A maioria das cultivares apresentou uma redução no índice de área foliar total, máximo, da haste principal e das ramificações com o atraso da época de semeadura, independentemente do grupo de maturação e tipo de crescimento.

  9. Tricomas foliares em tomateiro com teores contrastantes do aleloquímico 2-tridecanona

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aragão Carlos Alberto

    2000-01-01

    Full Text Available Duas espécies de tomateiro, Lycopersicon esculentum Mill. (Linhagem TOM 556- padrão com baixo teor da metil cetona 2-tridecanona (2-TD e Lycopersicon hirsutum Dunal var. glabratum Mill. (Linhagem PI 134417- padrão com elevado teor de 2-TD, foram analisadas em conjunto para identificação e quantificação de tricomas foliares. A parte experimental constou da identificação dos tricomas, baseado na presença ou ausência da cabeça secretora na extremidade apical dos tricomas, arranjo e número de células da cabeça, comprimento dos tricomas, e da quantificação do número de tricomas glandulares e não glandulares nos folíolos. O delineamento utilizado para o número de tricomas foi inteiramente casualizado e as médias comparadas pelo teste de Tukey, a 5%. A identificação e quantificação para as espécies foram: a TOM 556: Tricomas não glandulares do tipo II + III + V (2590 cm-2 de área foliolar; glandular do tipo VI (16 cm-2; glandular do tipo VII (138 cm-2; b PI 134417: não glandulares do tipo II + III + V (140 cm-2 de área foliolar; glandular do tipo I + IV (843 cm-2; glandular do tipo VI (83 cm-2; glandular do tipo VII (11 cm-2. As maiores concentrações da 2-TD nos folíolos, estão associadas às maiores densidades de tricomas glandulares presentes em ambas espécies.

  10. Caracterização fenológica e produtiva das videiras 'Cabernet Sauvignon' e 'Alicante' (Vitis vinifera L. produzidas fora de época, no norte do Paraná Phenological and productive characterization out of season of 'Cabernet Sauvignon' and 'Alicante' (Vitis vinifera L. grapevines in the north of Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno da Silva Jubileu

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou caracterizar a fenologia e a produção das videiras 'Cabernet Sauvignon' e 'Alicante' (Vitis vinifera L. produzidas fora de época, no norte do Paraná, para a elaboração de vinho tinto. A área experimental foi instalada em uma propriedade comercial pertencente à Vinícola Intervin®, em Maringá-PR. As videiras foram conduzidas em latada sobre o 'IAC 766 Campinas'. As avaliações tiveram início a partir das podas de frutificação para a produção fora de época, durante dois anos consecutivos, realizadas no fim de janeiro de 2007 e 2008, onde foram utilizadas 20 plantas representativas de cada variedade. Avaliou-se a duração, em dias, das principais fases fenológicas das videiras, bem como estimadas a produção por planta e a produtividade de cada variedade. A evolução de maturação das uvas foi determinada pela análise semanal do teor de sólidos solúveis totais (SST, acidez titulável (AT e índice de maturação (SST/AT. A duração média do ciclo da videira 'Cabernet Sauvignon' foi de 128 dias, enquanto da 'Alicante' foi de 131 dias, sendo consideradas tardias ambas as variedades para a região norte do Paraná. As estimativas da produção por planta e produtividade foram de 12,4 kg e 22,3 t.ha-1 para a uva 'Cabernet Sauvignon' e 11,9 kg e 19,8 t.ha-1 para a 'Alicante'. Os teores médios de SST, AT e SST/AT foram de 19,2 °Brix, 1,8% de ácido tartárico e 11,6 para a uva 'Cabernet Sauvignon', e 19,1 °Brix, 1,3% de ácido tartárico e 14,1, para a 'Alicante'. Ambas as variedades apresentam elevadas produtividades e matéria-prima adequada para processamento quando produzidas fora de época no norte do Paraná.This study aimed to characterize the phenology and the production of 'Cabernet Sauvignon' and 'Alicante' (Vitis vinifera L. grapes produced out of season in the north of Paraná State for red wine elaboration. The experimental area was located in a commercial property belonging to the

  11. Morfologia e distribuição de galhas foliares de Anacardium occidentale L. (Anacardiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Scareli-Santos

    2015-12-01

    Full Text Available Galhas são estruturas que exibem associações específicas entre o indutor e a planta hospedeira, onde são evidenciadas modificações morfológicas, anatômicas e químicas dos tecidos vegetais. Objetivou-se descrever a morfologia e a distribuição de galhas foliares de Anacardium occidentale L. (Anacardiaceae. Foram coletadas 294 folhas, da porção apical dos ramos, de indivíduos localizados na Universidade Federal do Tocantins - Campus Araguaína, TO. Foram realizadas análises morfológicas utilizando microscópio estereoscópico, paquímetro e bibliografia específica. Determinou-se o número de galhas no limbo foliar seguida da análise de regressão linear entre o número de galhas por limbo e o seu comprimento. Foram observadas galhas do tipo cônico atravessando a lâmina foliar, glabras, de coloração verde quando jovens e vermelho alaranjadas quando maduras, com distribuição isolada/agrupada e aderência total; internamente apresentou um lóculo e uma larva do indutor (Cecidomyiidae. A distribuição das galhas no limbo apresentou diferenças significativas (p<0,001, em ordem decrescente foi observado maior número de galhas entre as nervuras (57,1%, sobre a nervura secundária (35,7%, na margem (6,3% e na nervura central (1,2%; a análise de regressão linear apresentou fracamente positiva (r2= 0,03; coeficiente de Pearson= 0,2025, o que sugere que a oviposição está associada, em parte, com o tamanho do limbo e que outras variáveis podem ser determinantes. Estes são os primeiros registros de galhas em A. occidentale no estado do Tocantins.

  12. Morfometria e nervação foliar em procedências de erva-mate (Ilex paraguariensis A. St. Hill. (Aquifoliaceae = Morphometry and foliar venation in origins of maté (Ilex paraguariensis A. St. Hill. (Aquifoliaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Helena Techio

    2009-10-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou analisar a morfologia foliar morfometria e nervação foliar de procedências de erva-mate coletadas no Sul do Brasil e Argentina. Analisaram-se 30 folhas de cada procedência, obtendo-se cinco medidas (comprimento total da folha, largura máxima, comprimento desde a base até a largura máxima, comprimento do pecíolo e área e calculando-se dois índices (comprimento total sobre a largura máxima e comprimento desde a base até a largura máxima sobre o comprimento total da folha. Para anervação foliar, as folhas foram clarificadas por meio da técnica de diafanização. Os maiores e menores valores morfométricos foram, respectivamente, 118 e 67 mm para comprimento da folha, 51 e 34 mm para largura máxima, 78 e 42 mm para comprimento desde a base até alargura máxima, 16 e 10 mm para comprimento do pecíolo, 2,3 e 2 mm para comprimento sobre largura máxima e 0,65 e 0,6 para comprimento desde a base até a largura máxima sobre o comprimento da folha. Quanto à nervação foliar, não foram observadas diferenças entre as folhas das distintas procedências, as quais apresentaram nervação primária penada, nervação secundária semicraspedódroma, nervuras terciárias com percurso alternado e sinuoso, nervação quaternária reticulada, constituída por polígonos regulares e nervação de 5ª ordem dicotomizante.The present research aimed to evaluate the foliar morphology(morphometry and leaf venation of origins of maté collected in southern Brazil and Argentina. For the study of the morphometry, thirty leaves/plant were analyzed, and five measurements (leaf total length, maximum width, length from the base until maximum width, area and petiole length and two indices were obtained (total leaf length on maximum width and length from basis until maximum width on total leaf length. The leaves were clarified by the clarificationtechnique and examined in stereomicroscope. The highest and lowest values of leaf

  13. Imaging spectroscopy of foliar biochemistry in forestry environments ...

    African Journals Online (AJOL)

    Remote sensing estimates of leaf biochemicals provide valuable information on ecosystem functioning, vitality and state at local to global spatial scales. This paper aims to give an overview of the state of the art of foliar biochemistry assessment in general and, where possible, attention is given to: (1) Eucalyptus forest ...

  14. A preliminary survey of foliar sclerenchyma in neotropical Loranthaceae

    NARCIS (Netherlands)

    Kuijt, J.; Lye, D.

    2005-01-01

    The foliar sclerenchyma of all genera of neotropical Loranthaceae is surveyed by means of cleared leaves, using selected species. Three general categories of sclerenchyma are recognized. Fibers may form discontinuous or continuous bundles associated with veins or, more rarely, occur as individual

  15. Foliar micromorphology of Lippia javanica (Burm.F) Spreng ...

    African Journals Online (AJOL)

    Background: Lippia javanica (Burm.F.) Spreng is an aromatic indigenous South African plant with culinary and medicinal values. This study investigated the foliar morphology and elemental composition of the plant because not much data concerning the anatomical and micro-morphological features can be found in ...

  16. Foliar nutrition in apple production | Murtic | African Journal of ...

    African Journals Online (AJOL)

    The objective of this study was to provide a comprehensive review of research papers dealing with the effect of foliar feeding on development parameters in apple trees in an attempt to obtain a more thorough insight into the advantages and disadvantages of this fertilization type and facilitate the potential use of this practice ...

  17. Effect of foliar application of salicylic acid, hydrogen peroxide

    Indian Academy of Sciences (India)

    Home; Journals; Journal of Biosciences; Volume 42; Issue 2. Effect of foliar application of salicylic acid, hydrogen peroxide and a xyloglucan oligosaccharide on capsiate content and gene expression associatedwith capsinoids synthesis in Capsicum annuum L. AY ZUNUN-PÉREZ T GUEVARA-FIGUEROA SN ...

  18. SE-ENRICHMENT OF CARROT AND ONION VIA FOLIAR APPLICATION

    OpenAIRE

    Kapolna, Emese; Laursen, Kristian H.; Hillestrøm, Peter; Husted, Søren; Larsen, Erik H.

    2008-01-01

    The aim of this work was to study the selenium accumulation in carrot and onion plants using foliar application by sodium selenite and sodium selenate. Furthermore, we aimed at identifying the Se species biosynthesised by onion and carrot plants. The results were used to prepare for production of 77Se enriched plants for an ongoing human absorption study.

  19. Variation in foliar water content and hyperspectral reflectance of ...

    African Journals Online (AJOL)

    Sirex noctilio, the Eurasian wood wasp, is one of the major pests responsible for declining forest health in pine forests located in KwaZulu-Natal, South Africa. Researchers have shown that stress induced by S. noctilio causes a rapid decrease in foliar water content, with the foliage of the tree changing from a dark green to a ...

  20. Improving growth and yield of cowpea by foliar application of ...

    African Journals Online (AJOL)

    Water stress impaired cowpea plant growth and decreased ion percentage and chlorophyll and carbohydrate concentration in the shoot as well as yield and its quality. Foliar-applied chitosan, in particular 250 mg/l, increased plant growth, yield and its quality as well as physiological constituents in plant shoot under stressed ...

  1. Does foliar application of salicylic acid protects nitrate reductase and ...

    African Journals Online (AJOL)

    The present study was conducted to assess whether exogenous applied salicylic acid (SA) as a foliar spray could ameliorate the adverse effects of virus infection in two maize cultivars (maize cv. sabaini and maize cv. Nab El-gamal). The plants were grown under normal field conditions for two weeks in sand clay soil, and ...

  2. Foliar biofilms of Burkholderia pyrrocinia FP62 on geraniums

    Science.gov (United States)

    Biofilm formation on foliar surfaces is commonly associated with plants in water-saturated environments (e.g. tropics or modified environments). On most leaf surfaces bacteria are thought to reside in aggregates with limited production of an exopolysaccharide (EPS) matrix. However, the biocontrol ag...

  3. Arquitetura e dimensão do sistema radicular de sete porta-enxertos de videira no Norte do Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bordin Ivan

    2003-01-01

    Full Text Available Foi estudada a estrutura do sistema radicular de sete porta-enxertos de videira das cultivares IAC 572, Kobber 5BB, Rupestris du Lot, IAC 313, IAC 766, Ripária do Traviú e 420 A, com cinco anos de idade. As raízes foram expostas por escavação e avaliadas pelo programa SIARCS 3.0. Foi utilizado um diagrama de arquitetura radicular, atribuindo-se notas à conformação do sistema radicular. O 'IAC 572' apresentou a maior extensão de raízes e o '420 A', a menor. Os porta-enxertos não apresentaram diferença quanto à arquitetura do sistema radicular. Os mais vigorosos apresentaram maior proporção de raízes enoveladas.

  4. Foliar uptake of zinc by vascular plants. Radiometric study

    International Nuclear Information System (INIS)

    Maresova, J.; Remenarova, L.; Hornik, M.; Pipiska, M.; Augustin, J.; Lesny, J.

    2012-01-01

    The aim of this paper was to obtain quantitative data of foliar uptake kinetics and long distance transport of zinc in tobacco (Nicotiana tabacum L.) and hop (Humulus lupulus L.) plants. Zinc was used as a model of microelement and toxic metal, tobacco and hop as a representatives of agriculturally important plants. A tip of leaf blade was immersed in the solution spiked with 65 ZnCl 2 and foliar uptake and translocation to other parts of the plant grown in nutrient solution was measured by gamma-spectrometry and autoradiography. We found that foliar zinc uptake by both plants is dependent on the initial metal concentration within the range C 0 = 10-100 μmol dm -3 ZnCl 2 . Zinc is immobilized mainly in immersed part of the contact leaf and only 0 = 0.1 mmol dm -3 ZnCl 2 concentrations >2.5 mg/g Zn and 4.8 mg/g Zn (dry wt.) in immersed part of tobacco and hop leaf plant, respectively were found after 5 days of exposure. Low mobility of zinc entering the plant via the leaf surface can be attributed to the immobilization of zinc into Zn-ligand complexes with high stability constants log K at pH 6.0-8.0, such as the reaction products of Zn 2+ ions with citric acid, histidine or phosphates. Zinc can be extracted from dried leaves by the solutions of inorganic salts, carboxylic acids, amino acids and synthetic complexing ligands such as EDTA. Anionic (SDS) and non-ionic (Tween 40) surfactants causes the decrease of the Zn foliar uptake, but not translocation of Zn from the contact leaf area. Obtained data are discussed from the point of view of possible limited efficiency of liquid formulations designed for practical applications as Zn foliar fertilizers. (author)

  5. Caracteres estruturais foliares de espécies de Arachis e sua relação com a cercosporiose

    OpenAIRE

    Pablo Rodrigues Sanine; Roberto Antonio Rodella

    2017-01-01

    A cercosporiose, causada pelo fungo Cercosporidium personatum, é uma doença de grande importância para a cultura do amendoim (Arachis hypogaea). O objetivo deste trabalho foi quantificar caracteres estruturais do limbo foliar, em dois cultivares e quatro acessos de três espécies de Arachis, procurando relacioná-los com graus de resistência à cercosporiose. Foram amostradas porções do terço médio da região internvervural, do terceiro ou quarto folíolo da segunda folha contada a partir do ápice...

  6. Adubação foliar com micronutrientes em arroz irrigado, em área sistematizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marchezan Enio

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de micronutrientes em arroz irrigado, em área de várzea após a sistematização. Foi realizado durante três anos agrícolas em PLANOSSOLO Hidromórfico eutrófico arênico, instalado em local de onde foi retirada uma camada de solo de cerca de 30cm de profundidade. A adubação com N, P e K foi realizada de acordo com a recomendação técnica para a cultura. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro repetições, constituído de um tratamento denominado "completo", contendo os micronutrientes boro (H3BO3, cobre (CuSO4, ferro (FeSO4, manganês (MnCl2, molibdênio (Na2MoO4 e zinco (ZnSO4 e de seis outros formados pela omissão de um micronutriente de cada vez, além de testemunha sem micronutrientes. Em 1996/97, foram aplicados 70g ha-1 Zn, 70g ha-1 Mn, 40g ha-1 Fe, 50g ha-1 B, 12,5g ha-1 Cu e 4g ha-1 Mo, via foliar, no perfilhamento e no início da formação do primórdio floral das plantas de arroz. Em 1997/98, foram utilizadas as mesmas soluções, porém com aplicação apenas no perfilhamento. Em 1998/99, as doses dos micronutrientes foram alteradas para 35g ha-1 Zn, 35g ha-1 Mn, 100g ha-1 B, 20g ha-1 Cu e 12g ha-1 Mo, aplicados no perfilhamento, não sendo utilizado o ferro no tratamento completo nem na composição dos demais tratamentos. A sistematização da área causou redução no teor de matéria orgânica, macro e micronutrientes, exceto o boro e aumento de alumínio no solo. Verificou-se que não houve efeito da aplicação foliar de micronutrientes no rendimento de grãos de arroz irrigado.

  7. Enraizamento de estacas herbáceas do porta-enxerto de videira 'Riparia de Traviú' tratadas com auxinas Rooting of herbaceous cuttings of the grape rootstock 'Riparia de Traviú' treated with auxinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Villa

    2003-12-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito do ácido indol-butírico (AIB e ácido naftalenoacético (ANA no enraizamento de estacas do porta-enxerto de videira 'Riparia de Traviú', resultantes da desbrota realizada em plantas situadas no local definitivo, antes de serem enxertadas, visando à obtenção antecipada de novos porta-enxertos. O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação com 50% de sombrite, temperatura e nebulização controladas, no pomar didático da Universidade Federal de Lavras - UFLA. As estacas herbáceas desprovidas de folhas e com comprimento de 15 cm e 8 mm de diâmetro foram imersas em soluções AIB e ANA (0, 1000, 2000, 3000 e 4000 mg.L-1 por 15 segundos e, em seguida, colocadas em bandejas de isopor preenchidas com substrato vermiculita. Após 60 dias, coletaram-se os seguintes dados biométricos: porcentagem de estacas enraizadas e brotadas, número de folhas e brotos, comprimento médio das raízes e biomassa seca das brotações. Não houve efeito significativo das concentrações AIB e ANA para todas as características analisadas. Para a característica porcentagem de estacas enraizadas, obtiveram-se 56,73% de enraizamento sem aplicação de auxinas, podendo esse método resultar na antecipação da obtenção de novos porta-enxertos, utilizando-se material resultante da desbrota.The effect of the indol butiric acid (IBA and the naftalenoacetic acid (NAA in the rooting of 'Riparia de Traviú' cuttings obtained from the sproutings of the plants, before being grafted, in order to obtain new rootstocks. The experiment was conduted under green house conditions, at the orchard of the Lavras Federal University (UFLA. The herbaceous cuttings, measuring 15 cm of lengh 8 mm of diameter and without leaves, were treated with IBA and NAA (0, 1000, 2000, 3000 and 4000 mg.L-1 for 15 seconds and taken to polystyrene trays filled with vermiculita. After 60 days, the percentage of rooting and sprouted cuttings, the number of leaves and sprouts

  8. Simbiose micorrízica arbuscular em pau-ferro (Libidibia ferrea (Mart. ex Tul.) L.P. Queiroz var. ferrea) visando maximização da produção de fitoquímicos foliares com potencial medicinal

    OpenAIRE

    Silva, Francineyde Alves da

    2014-01-01

    Libidibia ferrea (pau-ferro), árvore da região semi-árida nordestina, tem potencial medicinal devido à presença de compostos secundários. Esta espécie forma associação com fungos micorrízicos arbusculares (FMA), que podem levar ao aumento na produção de compostos bioativos em plantas. O objetivo deste trabalho foi determinar o papel da simbiose micorrízica arbuscular e da adição de P ao substrato na produção de compostos em mudas produzidas em telado e em plantas estabelecidas em campo. O pri...

  9. Efeito de agrotóxicos sobre Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905 (Acari: Eriophyidae na região da campanha do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ricardo Ebert Siqueira

    2012-03-01

    Full Text Available O Rio Grande do Sul apresenta a maior área de cultivo de videiras no Brasil; neste Estado, a Região da Campanha possui características edafoclimáticas adequadas à produção de cultivares viníferas de origem europeia e apresentou, na primeira década deste milênio, significativa expansão de área. A partir de 2005, o ácaro-da-ferrugem-da-videira, Calepitrimerus vitis, passou a ser encontrado com frequência nos vinhedos da Campanha. Nos países onde esta espécie está estabelecida, reduções significativas na produção de uva são observadas, e a necessidade de controle é constante, não havendo, até o momento, produtos autorizados no Brasil para o controle de C. vitis. O presente trabalho objetivou avaliar diversos agrotóxicos quanto à eficiência de controle de C. vitis em um vinhedo comercial, na região da Campanha do Rio Grande do Sul. O experimento foi conduzido durante os anos de 2008 e 2009, comparando o nível de infestação nas plantas através do emprego de armadilhas adesivas. No ano de 2008, a eficiência de controle durante o outono não diferiu da testemunha. O emprego de enxofre em uma única pulverização no outono, ou em duas pulverizações, sendo uma no outono e outra na primavera, controlou eficientemente C. vitis na primavera. Os acaricidas abamectina e espirodiclofeno foram eficientes no controle de C. vitis na primavera, tanto com uma única pulverização, como com duas pulverizações, sendo uma no outono e outra na primavera. No outono de 2009, os tratamentos com espirodiclofeno e cihexatina foram eficientes no controle de C. vitis. O ácaro-da-ferrugem-da-videira é controlado eficientemente com pulverizações de cihexatina, enxofre ou espirodiclofeno no outono ou durante a primavera com abamectina, enxofre ou espirodiclofeno.

  10. Avaliação da sensibilidade da goiabeira 'Pedro Sato' ao ozônio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria de Moraes

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a sensibilidade da goiabeira 'Pedro Sato' ao ozônio (O3, em comparação à cultivar Paluma, descrita como sensível. Oito plantas de cada cultivar foram submetidas separadamente a ar filtrado e a ar filtrado + O3, cinco horas por dia, durante quatro dias. Foram avaliadas fotossíntese (Asat, injúrias foliares visíveis e concentração de antocianinas e taninos. Plantas das duas cultivares também foram expostas, durante três meses, a condições ambientais em local contaminado por O3, tendo-se avaliado fotossíntese, injúrias foliares e crescimento. Plantas fumigadas com O3 apresentaram redução de Asat e da atividade fotoquímica, além de manifestação de injúrias foliares. 'Paluma' apresentou maior redução de Asat, injúrias foliares mais severas e redução de taninos. Quando exposta ao ambiente contaminado, 'Paluma' apresentou trocas gasosas mais altas, mas apresentou redução de Asat 30 dias antes que 'Pedro Sato'. O crescimento não foi afetado em 'Pedro Sato', cujas injúrias foliares tiveram menor incidência, severidade e precocidade do que em 'Paluma'. A menor taxa de crescimento de 'Paluma' indica maior sensibilidade ao O3. Apesar de responder com menor intensidade ao estresse induzido pelo O3, a cultivar Pedro Sato não pode ser considerada tolerante, pois apresenta danos fotoquímicos, injúrias foliares e alterações nos conteúdos de metabólitos secundários quando exposta a esse poluente.

  11. Foliar anatomy and histochemistry in seven species of Eucalyptus Anatomia e histoquímica foliar de sete espécies de Eucalyptus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo David Tuffi Santos

    2008-08-01

    Full Text Available This work aimed to describe the foliar anatomy of seven species of Eucalyptus, emphasizing the characterization of secretory structures and the chemical nature of the compounds secreted and /or present in the leaves. Anatomical characterization and histochemical evaluation to determine the nature and localization of the secondary compounds were carried out in fully expanded leaves, according to standard methodology. Anatomical differences were verified among the species studied, especially in E. pyrocarpa. Sub-epidermal cavities were the only secretory structures found in the seven species studied, with higher density in E. pellita and lower in E. pilularis. The following compounds were histochemically detected: lipophilic compounds, specifically lipids of the essential or resin-oil type and sesquiterpene lactones found in the lumen of the cavities of the seven species; and hydrophilic compounds, of the phenolic compound type found in the mesophyll of all the species studied and on the epidermis of some of them. The results confirmed the complexity of the product secreted by the cavities, stressing the homogeneous histochemistry nature of these compounds among the species. However, the phenolic compounds results may be an indication of important variations in adaptations and ecological relations, since they show differences among the species.Objetivou-se com o presente trabalho descrever a anatomia foliar de sete espécies de Eucalyptus, com ênfase na caracterização de estruturas secretoras e da natureza química dos compostos secretados e/ou presentes no limbo foliar. A caracterização anatômica e a avaliação histoquímica para determinação da natureza e localização dos compostos secundários foram realizadas em folhas totalmente expandidas segundo metodologia usual. Houve diferenças anatômicas entre as espécies estudadas, especialmente em E. pyrocarpo. Cavidades subepidérmicas foram as únicas estruturas secretoras encontradas

  12. Foliar pH as a new plant trati: van it explain variation in foliar chemistry and carbon cycling processes among subarctiv plant species and types?

    NARCIS (Netherlands)

    Cornelissen, J.H.C.; Quested, H.M.; van Logtestijn, R.S.P; Perez-Harguindeguy, N.; Gwynn-Jones, D.; Diaz, S.; Callaghan, T.V.; Press, M.C.; Aerts, R.

    2006-01-01

    Plant traits have become popular as predictors of interspecific variation in important ecosystem properties and processes. Here we introduce foliar pH as a possible new plant trait, and tested whether (1) green leaf pH or leaf litter pH correlates with biochemical and structural foliar traits that

  13. Estimativa não destrutiva do teor foliar de nitrogênio em cacaueiro utilizando clorofilômetro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Alfredo de Santana Dantas

    2012-09-01

    Full Text Available A substituição do método tradicional de avaliação do teor de nitrogênio (N na planta pelo uso do medidor portátil de clorofilas do tipo SPAD é promissora por se tratar de um aparelho portátil que estabelece um índice de modo não destrutivo, instantâneo e com menor custo. Objetivou-se determinar a capacidade deste aparelho em estimar o teor foliar de N do cacaueiro. A área de abrangência deste estudo envolve as zonas climáticas úmida e úmida a subúmida da região cacaueira da Bahia. Foram selecionadas dez propriedades rurais, em cada zona, com lavoura em sistema agrossilvicultural, que tiveram a área renovada por enxertia de broto basal com clones tolerantes à vassoura-de-bruxa. Em cada propriedade, quatro plantas com idade superior a quatro anos foram selecionadas em condições edáficas e topográficas distintas. Foram coletadas oito folhas sadias por planta e, em cada uma delas, foram feitas seis leituras do índice SPAD. Além disso, determinaram-se o teor e o conteúdo de N na folha, a área foliar (AF e a massa foliar específica (MFE. O índice SPAD correlacionou se, significativa e positivamente com o teor foliar de N (r = 0,74, com a AF (r = 0,62 e negativamente com a MFE (r = -0,57. Não houve correlação entre o conteúdo de N e o índice SPAD. O modelo de regressão linear simples para a predição do teor de N, a partir do índice SPAD, sem a distinção dos ambientes, foi o mais apropriado.

  14. Inferring foliar water uptake using stable isotopes of water.

    Science.gov (United States)

    Goldsmith, Gregory R; Lehmann, Marco M; Cernusak, Lucas A; Arend, Matthias; Siegwolf, Rolf T W

    2017-08-01

    A growing number of studies have described the direct absorption of water into leaves, a phenomenon known as foliar water uptake. The resultant increase in the amount of water in the leaf can be important for plant function. Exposing leaves to isotopically enriched or depleted water sources has become a common method for establishing whether or not a plant is capable of carrying out foliar water uptake. However, a careful inspection of our understanding of the fluxes of water isotopes between leaves and the atmosphere under high humidity conditions shows that there can clearly be isotopic exchange between the two pools even in the absence of a change in the mass of water in the leaf. We provide experimental evidence that while leaf water isotope ratios may change following exposure to a fog event using water with a depleted oxygen isotope ratio, leaf mass only changes when leaves are experiencing a water deficit that creates a driving gradient for the uptake of water by the leaf. Studies that rely on stable isotopes of water as a means of studying plant water use, particularly with respect to foliar water uptake, must consider the effects of these isotopic exchange processes.

  15. Crescimento foliar e atividades das enzimas antioxidativas em plântulas de girassol suplementadas com percolado de aterro sanitário e submetidas a estresse hídrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Holanda Nunes Junior

    2017-01-01

    Full Text Available Em regiões áridas ou semiáridas, a escassez hídrica tem sido um dos principais fatores limitantes da produção agrícola. Diante disso, o presente trabalho objetivou analisar os efeitos da aplicação de percolado de aterro sanitário no crescimento foliar (número de folhas e área foliar e as atividades das enzimas antioxidativas: superóxido dismutase (SOD, catalase (CAT, peroxidase do ascorbato (APX e peroxidase do guaiacol (GPX em folhas e raízes de plântulas de girassol submetidas às condições de estresse hídrico. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, disposto em arranjo fatorial dois (irrigadas ou não irrigadas x quatro (areia; areia + adubo orgânico 100 kg N ha-1; areia + percolado de aterro sanitário 100 kg N ha-1; areia + percolado de aterro sanitário 150 kg N ha-1, com cinco repetições. Em relação aos parâmetros foliares, o tratamento 100 kg N ha-1 suplementado com percolado de aterro sanitário obteve os melhores incrementos no número de folhas e área foliar. Além disso, verificaram-se aumentos nas atividades das enzimas antioxidativas em folhas e raízes de plântulas de girassol suplementadas com percolado de aterro sanitário, sendo provável que as reduções dos efeitos deletérios do estresse hídrico nas variáveis foliares dos tratamentos suplementados com percolado de aterro sanitário tenham ocorrido em virtude das maiores atividades das enzimas antioxidativas, especialmente as da CAT nas folhas e GPX nas raízes.

  16. EFEITO DA COBERTURA VEGETAL DO SOLO SOBRE A ABUNDÂNCIA E DIVERSIDADE DE INIMIGOS NATURAIS DE PRAGAS EM VINHEDOS EFFECTS OF COVER CROPS ON THE ABUNDANCE AND DIVERSITY OF NATURAL ENEMIES OF GRAPEVINE PEST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARCOS ANTÔNIO MATIELLO FADINI

    2001-12-01

    Full Text Available O controle de pragas da videira no Brasil restringe-se basicamente ao uso de inseticidas, devido à inexistência de trabalhos que visem a complementar o manejo de pragas através de controle biológico. Neste trabalho, objetivou-se verificar o efeito de diferentes coberturas vegetais nas entrelinhas de plantio de videira sobre a abundância e diversidade de potenciais inimigos naturais de pragas da videira no município de Caldas, região Sul do Estado de Minas Gerais. Foram testadas sete diferentes coberturas de solo (aveia-preta, aveia-preta e ervilhaca, ervilhaca, cobertura morta, uso de herbicida, capina mecânica e mato roçado. A cobertura vegetal do solo influenciou tanto a diversidade quanto a abundância de inimigos naturais, sendo o consórcio de aveia-preta e ervilhaca, cultivadas simultaneamente, o tratamento que proporcionou maior diversidade e abundância de inimigos naturais. Assim, a cobertura vegetal do solo pode, potencialmente, ser um componente importante em programas de manejo integrado de pragas na cultura da videira.The control of grapevine pests in Brazil is only based in the use of chemical products. It is due to the whole absence of experimental works developed to test and evaluate alternative control systems, like the biological control. The objective of this work was to evaluate the effect of different types of cover crops, placed between the cultivation lines of grapevine, in the abundance and diversity of natural control arthropods of grapevine pests. The experiment was conduced in the EPAMIG, Caldas Research Farm, located in the Minas Gerais State, Brazil. They Were tested seven different systems of soil covering. The presence of vegetal covering was beneficial to improve the diversity as well as the abundance of biological control agents present on the grapevine crop. The cultivation of black oat and pea together, was the treatment that showed the better result to diversity and abundance. Therefore, the cover

  17. Decoupling Seasonal Changes in Water Content and Dry Matter to Predict Live Conifer Foliar Moisture Content.

    OpenAIRE

    Jolly, W. M.; Hadlow, A. M.; Huguet, K.

    2014-01-01

    Live foliar moisture content (LFMC) significantly influences wildland fire behaviour. However, characterising variations in LFMC is difficult because both foliar mass and dry mass can change throughout the season. Here we quantify the seasonal changes in both plant water status and dry matter partitioning. We collected new and old foliar samples fromPinus contorta for two growing seasons and quantified their LFMC, relative water content (RWC) and dry matter chemistry. LFMC quantifies the amou...

  18. Caracteres estruturais foliares de espécies de Arachis e sua relação com a cercosporiose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Rodrigues Sanine

    2012-07-01

    Full Text Available A cercosporiose, causada pelo fungo Cercosporidium personatum, é uma doença de grande importância para a cultura do amendoim (Arachis hypogaea. O objetivo deste trabalho foi quantificar caracteres estruturais do limbo foliar, em dois cultivares e quatro acessos de três espécies de Arachis, procurando relacioná-los com graus de resistência à cercosporiose. Foram amostradas porções do terço médio da região internvervural, do terceiro ou quarto folíolo da segunda folha contada a partir do ápice caulinar, sendo as amostras infiltradas em historresina, seccionadas com 7 µm de espessura e coradas com azul de toluidina. Os caracteres quantificados foram: área da secção da região internervural; área, espessura, e porcentagem da epiderme das faces adaxial e abaxial, da hipoderme, e do parênquima; área e espessura do mesofilo; área do complexo estomático; espessura da folha; número de tricomas, estômatos, cristais de oxalato de cálcio e idioblastos de mucilagem; e comprimento dos ostíolos. Os dados foram submetidos aos testes estatísticos multivariados de Análise de Agrupamento e Análise de Componentes Principais. Os caracteres referentes à epiderme da face abaxial, hipoderme, parênquima, , tricomas, estômatos e idioblastos de mucilagem permitiram diferenciar A. hypogaea, A. magnae A. stenosperma. O cultivar IAC-Tatu de A. hypogaeae o acesso 9017 de A. stenospermacaracterizaram-se como suscetíveis à cercosporiose, enquanto o cultivar 850 de A. hypogaea, os acessos 30097 e 13748 de A. magna, e o acesso 10229 de A. stenospermaforam considerados resistentes.

  19. Fertilização com boro e zinco no solo em complementação à aplicação via foliar em laranjeira Pêra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quaggio José Antônio

    2003-01-01

    Full Text Available As deficiências de boro (B e zinco (Zn são as mais freqüentes na citricultura brasileira e há escassez de conhecimento sobre critérios de diagnóstico e manejo desses nutrientes nessa cultura. A aplicação foliar tem sido a forma tradicional de fornecimento desses nutrientes, a despeito da baixa redistribuição na planta cítrica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação complementar de B e Zn no solo em comparação com a aplicação via foliar e estabelecer curvas de calibração de análises de solo e de folhas com a produtividade da laranjeira Pêra. Os tratamentos foram arranjados em delineamento fatorial 4², com três repetições. Foram aplicadas no solo as doses anuais de 0, 2, 4 e 6 kg ha-1 de B (ácido bórico e Zn (sulfato de zinco, em complemento à adubação foliar. A produção de frutos aumentou significativamente com a aplicação de B no solo até a dose de 4 kg ha-1, enquanto a aplicação de Zn no solo mostrou-se pouco eficiente. As doses de B afetaram a qualidade dos frutos. A produtividade máxima foi obtida com teor de B no solo de 1,0 mg dm-3, e na folha de cerca de 300 mg kg-1. A aplicação foliar de B, apesar de evitar os sintomas típicos de deficiência, não otimizou a produtividade e a qualidade dos frutos, enquanto a aplicação foliar de Zn mostrou-se eficiente. Curvas de calibração de análises de solo e de folhas mostraram a necessidade de rever as classes de interpretação desses micronutrientes na citricultura.

  20. Fenologia e produção das videiras 'Alicante' e 'Syrah' em safra fora de época Phenology and production of 'Alicante' and 'Syrah' grapevines grown out of season

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Jefferson Sato

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi caracterizar a fenologia e a produção das videiras 'Alicante' e 'Syrah' (Vitis vinifera L. cultivadas fora de época. A área experimental foi instalada em uma propriedade da Vinícola Intervin®, localizada em Maringá, PR. Os vinhedos foram estabelecidos em julho de 2001 e as plantas conduzidas no sistema latada (4,0x1,5m, enxertadas sobre o porta-enxerto IAC 766 'Campinas'. As podas longas de produção (oito gemas foram realizadas no fim de fevereiro de 2008 e 2009. As avaliações tiveram início a partir da poda de frutificação durante duas safras consecutivas fora de época. Foram utilizadas 20 plantas representativas de cada variedade, sendo a colheita de ambas as safras realizadas em meados de julho. Avaliou-se a duração em dias das principais fases fenológicas, as características físico-químicas das bagas e as características produtivas de cada variedade. Verificou-se que a 'Alicante' apresenta ciclo médio de 138,0 dias, mosto com 15,4°Brix, 1,9% de ácido tartárico e produtividade de 14,5t ha-1, enquanto a 'Syrah' apresenta ciclo médio de 132,5 dias, 14,5°Brix, 2,9% de ácido tartárico e produtividade de 11,4t ha-1.This study aimed to characterize the phenology and the production of 'Alicante' and 'Syrah' grapes (Vitis vinifera L. produced out of season. The experimental area was located in a property belonging to the Intervin® Winery, at Maringá, PR. The vineyards were established in July, 2001 and the vines were trained in an overhead trellising system (4.0x1.5m, grafted on IAC 766 'Campinas' rootstock. The long pruning of production (eight buds was held in late February of 2008 and 2009. The evaluations started from the pruning of production, in two years, using 20 representative vines of each variety, and the harvesting of both crops were performed on early July. The phenology of the trees was evaluated as the duration in days of the most important phases, as well it was analyzed the

  1. Depósito e perdas de calda em sistema de pulverização com turboatomizador em videira Deposition and spray losses in an air-assisted sprayer system in grapevine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo G. Balan

    2006-08-01

    Full Text Available Grande parte dos viticultores da região Norte do Paraná pratica a condução da videira em caramanchão, com mais de 50 aplicações fitossanitárias em um único ciclo. O objetivo deste trabalho foi avaliar essas aplicações com turboatomizador assistido de ar no sistema de pulverização, por meio do depósito de calda nas folhas e perdas. O trabalho foi desenvolvido utilizando-se de cinco condições de aplicação, variando-se tamanho de gotas e volume de aplicação, com quatro repetições, em blocos casualizados. A avaliação do sistema foi feita com a aplicação de uma calda de cloreto de potássio (5%, sendo o depósito nas folhas medido pela condutividade elétrica, e as perdas, pela comparação entre volumes aplicado e recuperado nas folhas. Para todas as condições, as perdas foram superiores a 48%. Os maiores volumes aplicados apresentaram as maiores deposições, e gotas maiores apresentaram maior depósito e mesma perda em relação a gotas menores. Os menores volumes não diferiram com relação à deposição, destacando-se as condições gotas maiores a volume baixo e a testemunha utilizada pelo viticultor, que apresentaram as menores perdas. Os resultados demonstram que o turboatomizador é uma importante ferramenta para maximizar as operações de pulverização em uva, e as alterações na configuração das pontas de pulverização devem ser mais estudadas.Winegrowers in the north of Paraná State carry on grapevines in arbour and pesticide applications could overcome more than fifty times in a cycle. The aim of this study was to evaluate the features of the air assisted sprayer application system by spray volume deposition and losses. Five treatments and four randomized blocks were used. The treatments varied the droplet size and application volume. The evaluation of the system was done with a 5% spray solution containing KCl being the leaves spray deposit measured through electric conductivity and the losses by the

  2. Tendências climáticas e produção de uva na região dos Vales da Uva Goethe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro José Back

    2012-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar tendências nas séries climáticas e nos índices agroclimáticos para o cultivo da videira na região dos Vales da Uva Goethe, em Santa Catarina. A região apresenta clima mesotérmico úmido. Foram utilizados dados de temperatura máxima e mínima do ar, do período de 1924 a 2010, e de precipitação pluvial, de 1955 a 2010. O teste de Mann‑Kendall foi utilizado para avaliar a tendência nas séries, cuja magnitude foi estimada pela declividade mediana determinada pelo teste de Theil-Sen. Foi observada tendência de aumento nas séries de temperatura mínima do ar, em escala anual, bem como nas estações do ano. Quanto à temperatura máxima, somente houve tendência de aumento na série de verão. Em relação aos índices agrometeorológicos, foi observada tendência de diminuição do número de geadas, diminuição do período entre a brotação e a colheita, aumento da soma térmica e dos índices de Huglin e de frio. Foram evidenciadas tendências de aumento da precipitação pluvial total anual e da precipitação no período de crescimento da videira, bem como aumento do número de dias, com chuva igual ou superior a 20 mm, e aumento na temperatura mínima e noturna.

  3. Efeito da urina de vaca no estado nutricional da alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Licínio C. de Oliveira

    2010-08-01

    Full Text Available Existem diversos relatos da utilização da urina de vaca em hortaliças, todavia sua eficácia carece de comprovação. Objetivou-se avaliar o efeito da urina de vaca no estado nutricional da alface. O experimento foi constituído de 12 tratamentos, esquema de parcelas subdivididas, em blocos ao acaso, com quatro repetições. Nas parcelas foram alocadas as vias de aplicação (solo ou foliar e nas subparcelas as concentrações das soluções (0,00; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 1,25% v/v. Aplicou-se 60 mL de solução/planta, divididos em cinco aplicações de 5; 5; 10; 20 e 20 mL/planta, aos 7, 14, 21, 28 e 35 após o transplante, respectivamente. Durante o ciclo avaliou-se o índice SPAD e na colheita a massa da matéria seca de cabeça (MSCA e os teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Na, Zn, Fe, Mn, Cu e B na matéria seca das folhas (MSF, caule (MSC e raízes (MSR. Em ambas as vias de aplicação o índice SPAD apresentou incremento linear às concentrações e resposta quadrática ao longo do tempo. A MSCA teve comportamento linear às concentrações, com aumento de 25,9 e 35,4% nas aplicações via foliar e solo, respectivamente. Não houve efeito de concentrações sobre teores de nutrientes na MSF e MSC. Na MSR, via solo, os teores de P e K apresentaram pontos de máximo enquanto Fe e Mn de mínimo; o Na apresentou incremento linear às concentrações via foliar. Os efeitos da urina sobre o crescimento da alface provavelmente são devidos a fatores outros que não somente a quantidade de nutrientes veiculados nas soluções.

  4. Micropropagação do porta-enxerto de videira '420-A' Micropropagation of '420-A' grapevine rootstock

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pryscilla Menarin Dzazio

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estabelecer um protocolo para a micropropagação do porta-enxerto de videira 420-A. O estabelecimento das culturas foi realizado com segmento nodal, cuja fonte dos explantes foram brotações de estacas lenhosas armazenadas sob refrigeração. No cultivo inicial, foram testados: o efeito de 6-benzilaminopurina e cinetina nas concentrações de 0; 1; 5 e 10 µM, diferentes meios de cultura (MS, NN e WPM e diluições do meio básico (MS, MS/2, MS/4 e MS/8. Na fase de alongamento e multiplicação, os meios de cultura testados foram MS, MS/2, NN e WPM. No enraizamento, foram testados: o meio de cultura MS/2 sem e com carvão ativado (1gL-1. Na aclimatização, foram testados vermiculita, Plantmax® e casca de arroz carbonizada como substrato. A cinetina não apresentou efeito sobre a brotação e o crescimento dos segmentos nodais. Já o BAP promoveu um aumento no número de brotos por explante. O aumento na concentração de BAP reduziu o número de folhas emitidas por explante e aumentou os sintomas de vitrificação, sendo os melhores resultados obtidos com 1 µM de BAP. No cultivo inicial, o meio de cultura MS, com a concentração normal de sais, permitiu o maior crescimento das brotações. As diluições do meio MS em 1/4 e 1/8 mostraram-se prejudiciais ao desenvolvimento do porta-enxerto '420-A', afetando o crescimento das brotações após o primeiro subcultivo. Durante a multiplicação o meio MS/2 foi o que proporcionou melhores resultados. O enraizamento ocorreu naturalmente durante a multiplicação, sendo desnecessário o uso de carvão ativado no meio de cultura. A aclimatização foi realizada com sucesso em câmara de nebulização, com substrato vermiculita (95,8% e Plantmax® (87%. Conclui-se que o porta-enxerto '420-A' pode ser micropropagado pelo cultivo inicial de segmentos nodais em meio de cultura MS + 1 µM de BAP, alongamento das brotações e multiplicação pelo seccionamento das mesmas em

  5. Comparações sazonais do efeito da Xylella fastidiosa em cultivares de cafeeiro Seasonal comparactions of Xylella fastidiosa effect in coffee cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Benetti Queiroz-Voltan

    2004-12-01

    Full Text Available Há muitos anos, o cafeeiro vem apresentando problemas de atrofia e seca dos ramos, atribuídos a um esgotamento nutricional devido às altas taxas de produção. Entretanto, hoje sabe-se que esse problema é causado pela presença da bactéria Xylella fastidiosa Wells et al. cujos sintomas estão relacionados a fatores de estresse. Embora essa bactéria tenha sido muito estudada nos Estados Unidos, devido aos danos causados à videira, pouco se conhece sobre a relação patógeno-hospedeiro-vetor nas diferentes culturas. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar a obstrução de elementos de vaso do xilema nas diferentes partes da planta, em ramos com e sem sintomas externos de infecção, de cultivares de cafeeiro (porta-enxertados ou pé-franco, em duas épocas do ano, a fim de verificar o efeito da bactéria na estrutura da planta e na sua nutrição. Foi utilizado um experimento instalado em 1986, em Garça (SP, sendo as amostras retiradas em 2000. Para o estudo anatômico foram obtidas amostras em dois períodos: abril/maio (estação seca e novembro/dezembro (estação chuvosa e para as análises foliar e edáfica foram retiradas amostras em abril. A proporção de obstrução de elementos de vaso do xilema devido ao efeito ocasionado pela bactéria foi maior na estação seca, no período de estresse hídrico, do que na estação chuvosa. O órgão que apresentou uma proporção maior de obstrução de elementos de vaso foi o caule, seguido do pecíolo, limbo e raiz. Não houve diferença significativa na proporção de elementos de vaso obstruídos entre os tratamentos nos dois períodos do ano; também, não houve diferença significativa na composição nutricional foliar nas condições do estudo, porém as amostras retiradas dos ramos com sintoma de infecção, de alguns tratamentos, apresentaram menores concentrações de alguns elementos químicos em relação àquelas amostras retiradas de ramos sem sintoma da presença da bact

  6. FOLIAR NUTRIENT CONTENTS AND FRUIT YIELD IN CUSTARD APPLE PROGENIES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio Lima e Silva

    2009-01-01

    Full Text Available Foliar nutrient contents are evaluated in several fruit trees with many objectives. Leaf analysis constitutes a way of evaluating the nutritional requirements of crops. Due to the positive impact that fertilizers have on crop yields, researchers frequently try to evaluate the correlations between yield and foliar nutrient contents. This work's objective was to present fruit yields from the 4th to the 6th cropping seasons, evaluate foliar nutrient contents (on the 5th cropping season, and estimate the correlations between these two groups of traits for 20 half-sibling custard apple tree progenies. The progenies were evaluated in a random block design with five replicates and four plants per plot. One hundred leaves were collected from the middle third of the canopy (in height of each of four plants in each plot. The leaves were collected haphazardly, i.e., in a random manner, but without using a drawing mechanism. In the analysis of variance, the nutrient concentrations in the leaves from plants of each plot were represented by the average of four plants in the plot. Fruit yield in the various progenies did not depend on cropping season; progeny A4 was the most productive. No Spearman correlation was found between leaf nutrient concentrations and fruit yield. Increased nutrient concentrations in the leaves were progeny-dependent, i.e., with regard to Na (progenies FE5 and JG1, Ca (progeny A4, Mg (progeny SM7, N (progeny A3, P (progeny M, and K contents (progeny JG3. Spearman's correlation was negative between Na-Mg, Na-Ca, and Mg-P contents, and positive between Mg-Ca and N-K contents.

  7. Bioconcentraciones foliares de elementos minerales en Lippia alba (salvia morada)

    OpenAIRE

    Schroeder, María A; Burgos, Ángela M

    2013-01-01

    Introducción: la salvia morada es un subarbusto aromático, que crece de modo espontáneo en América Central y del Sur. Frecuentemente es cultivada en jardines como ornamental, por su intenso aroma y sus propiedades medicinales y culinarias. No se encontraron estudios sobre parámetros nutricionales en esta especie. Objetivos: determinar las bioconcentraciones foliares de elementos minerales en Lippia alba (Mill.) N. E. Br. ex Britton & P. Wilson que crece naturalmente en el bioambiente del nort...

  8. Movement of foliar uptake radionuclides in radish. [Raphanus sativus

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Yanagisawa, K.; Kamada, H.

    1986-05-01

    The purpose of this investigation was to study the translocation of /sup 60/Co, /sup 54/Mn, and two representative fission products of /sup 85/Sr and /sup 137/Cs in radish (Raphanus sativus) and to provide a translocation rate for a given nuclide. The effect of air humidity on the foliar uptake-translocation was also investigated. Retention of the radionuclides was usually higher in plants grown under conditions of 100% humidity at night as opposed to conditions of a constant humidity of 70%. Results indicate that Co and Cs translocate much more than Mn and Sr in the plant.

  9. Fibra de coco e adubação foliar no crescimento e na nutrição de Cryptanthus sinuosus Coconut fiber and foliar fertilization on the growth and nutrition of Cryptanthus sinuosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janie M Jasmim

    2006-09-01

    Full Text Available Plantas de Cryptanthus sinuosus foram cultivadas em três substratos (mesocarpo de coco - MC; mesocarpo de coco lavado - MCL e xaxim-X, visando comparar o efeito da fibra de coco verde, como substrato, àquele da fibra de xaxim sobre o crescimento e teores de nutrientes das plantas, sob três níveis de adubação foliar: 50, 100 e 150% de solução contendo 210 mg L-1 de N, 31 mg L-1 de P e 234 mg L-1 de K. O experimento constou de um fatorial em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições e três plantas por parcela, uma planta por vaso e conduzido em casa de vegetação. O número de folhas, diâmetro da roseta, massa da matéria seca (MS de folhas e raízes e teores de nutrientes foram avaliados. As plantas cultivadas em X apresentaram valores de MS de folhas e de raízes mais altos que aquelas em MC, mas não diferiram estatisticamente daqueles observados nas plantas em MCL. As plantas cultivadas em MC e MCL apresentaram características semelhantes indicando que a alta condutividade elétrica encontrada no substrato MC não prejudicou o acúmulo de matéria seca. As plantas cultivadas em MC e MCL apresentaram menores teores foliares de N, P, S que as cultivadas em X, porém com coloração e arquitetura foliares mais atrativas. Os diferentes níveis de adubação utilizados não tiveram efeito diferenciado sobre as características de crescimento, nem sobre os teores de nutrientes nas plantas.Cryptanthus sinuosus plants were grown in three substrates (coconut mesocarp - MC, rinsed coconut mesocarp - MCL and tree fern fiber-X aiming to compare the effect of green coconut fiber as substrate with tree fern fiber on the plant growth and nutrient contents, under three foliar fertilization levels (50, 100 and 150% of a solution containing 210 mg L-1 of N, 31 mg L-1 of P and 234 mg L-1 of K. The experimental design was a factorial scheme of randomized blocks with four replications and three plants per plot, one plant per pot, and was

  10. Susceptibility to Phytophthora ramorum in California bay laurel, a key foliar host of sudden oak death

    Science.gov (United States)

    Brian L. Anacker; Nathan E. Rank; Daniel Hüberli; Matteo Garbelotto; Sarah Gordon; Rich Whitkus; Tami Harnik; Matthew Meshriy; Lori Miles; Ross K. Meentemeyer

    2008-01-01

    Sudden oak death, caused by the water mold Phytophthora ramorum, is a plant disease responsible for the death of hundreds of thousands of oak and tanoak trees. Some foliar hosts play a major role in the epidemiology of this disease. Upon infection by P. ramorum, these foliar hosts express non-fatal leaf lesions from which large...

  11. Foliar and ecosystem respiration in an old-growth tropical rain forest

    Science.gov (United States)

    Molly A. Cavaleri; Steven F. Oberbauer; Michael G. Ryan

    2008-01-01

    Foliar respiration is a major component of ecosystem respiration, yet extrapolations are often uncertain in tropical forests because of indirect estimates of leaf area index (LAI).A portable tower was used to directly measure LAI and night-time foliar respiration from 52 vertical transects throughout an old-growth tropical rain forest in Costa Rica. In this study, we (...

  12. Foliar moisture content of Pacific Northwest vegetation and its relation to wildland fire behavior.

    Science.gov (United States)

    James K. Agee; Clinton S. Wright; Nathan Williamson; Mark H. Huff

    2002-01-01

    Fotiar moisture was monitored for five conifers and associated understory vegetation in Pacific Northwest forests. Decline in foliar moisture of new foliage occurred over the dry season, while less variation was evident in older foliage. Late season foliar moisture ranged from 130 to 170%. In riparian-upland comparisons, largest differences were found for understory...

  13. Regional assessment of N saturation using foliar and root δ15N

    Science.gov (United States)

    L.H. Pardo; P.H. Templer; C.L. Goodale; S. Duke; P.M. Groffman; M.B. Adams; P. Boeckx; J. Boggs; J. Campbell; B. Colman; J. Compton; B. Emmett; P. Gundersen; J. Kjonaas; G. Lovett; M. Mack; A. Magill; M. Mbila; M.J. Mitchell; G. McGee; S. McNulty; K. Nadelhoffer; S. Ollinger; D. Ross; H. Rueth; L. Rustad; P. Schaberg; S. Schiff; P. Schleppi; J. Spoelstra; W. Wessel

    2006-01-01

    N saturation induced by atmospheric N deposition can have serious consequences for forest health in many regions. In order to evaluate whether foliar δ15N may be a robust, regional-scale measure of the onset of N saturation in forest ecosystems, we assembled a large dataset on atmospheric N deposition, foliar and root δ

  14. Comparing algorithms for estimating foliar biomass of conifers in the Pacific Northwest

    Science.gov (United States)

    Crystal L. Raymond; Donald. McKenzie

    2013-01-01

    Accurate estimates of foliar biomass (FB) are important for quantifying carbon storage in forest ecosystems, but FB is not always reported in regional or national inventories. Foliar biomass also drives key ecological processes in ecosystem models. Published algorithms for estimating FB in conifer species of the Pacific Northwest can yield signifi cantly different...

  15. Importance of Foliar Nitrogen Concentration to Predict Forest Productivity in the Mid-Atlantic Region

    Science.gov (United States)

    Yude Pan; John Hom; Jennifer Jenkins; Richard Birdsey

    2004-01-01

    To assess what difference it might make to include spatially defined estimates of foliar nitrogen in the regional application of a forest ecosystem model (PnET-II), we composed model predictions of wood production from extensive ground-based forest inventory analysis data across the Mid-Atlantic region. Spatial variation in foliar N concentration was assigned based on...

  16. Demografia de Geonoma gamiova em área de extrativismo foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilia de Fátima Ceccon-Valente

    2013-07-01

    Full Text Available As folhas de Geonoma gamiova Barb. Rodr. são importantes recursos para floriculturas, já que são empregradas principalmente nos arranjos fúnebres. Visando a gerar subsídios para o seu extrativismo sustentável, são apresentados resultados de estudo de estrutura populacional dessa espécie. A pesquisa foi realizada em área de Floresta Ombrófila Densa Submontana onde a espécie é submetida ao extrativismo foliar (Comunidade do Rasgadinho, Mun. Guaratuba, Paraná, 25 45'S e 48 46'W, 30 - 100m de altitude. Detectou-se alta densidade de indivíduos, principalmente nas classes mais jovens, caracterizando um padrão populacional J-invertido. Registrou-se estoque de 448 folhas aptas para comercialização em 0,5ha, com histórico de intensa extração de folhas. Evidenciou-se alto potencial de regeneração e padrão de distribuição agregado (Id>1 para a população estudada. Com base nos dados obtidos, discutiu-se a sustentabilidade da atividade extrativista em questão.

  17. De-coupling seasonal changes in water content and dry matter to predict live conifer foliar moisture content

    Science.gov (United States)

    W. Matt Jolly; Ann M. Hadlow; Kathleen Huguet

    2014-01-01

    Live foliar moisture content (LFMC) significantly influences wildland fire behaviour. However, characterising variations in LFMC is difficult because both foliar mass and dry mass can change throughout the season. Here we quantify the seasonal changes in both plant water status and dry matter partitioning. We collected new and old foliar samples from Pinus contorta for...

  18. FOLIAR APPLICATION OF SILICON ON YIELD COMPONENTS OF WHEAT CROP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    THOMAS NEWTON MARTIN

    2017-01-01

    Full Text Available Wheat is a major winter crop in southern Brazil. To maximize its productivity, there should be no biotic or abiotic restrictions that can affect the yield components. Thus, the objective was to evaluate the changes caused in the wheat crop yield components by silicon foliar application. The experiment was conducted in two growing seasons. In the first year, five wheat cultivars (Quartzo, Campo Real, Onix and Fundacep Lineage were assessed and in the second year four were assessed (Mirante, Campo Real, Horizonte and Quartzo. In both years the crops were subjected to three doses of silicon (0, 3 and 6 L of silicon ha -1. The silicon was applied during the tillering, booting and anthesis stages. The yield components assessed were the number of plants, number of ears, number of fertile tillers, dry matter per plant, hectoliter weight, number of spikelets, number of grains per spike, weight of hundred grains, grain yield and harvest index. Most yield components did not respond to the silicon foliar application. The harvest index (first year and the number of tillers (second year however presented a quadratic relationship with the supply of silicon. The remaining differences were attributed to variations among the wheat cultivars.

  19. Improvement of Soybean (Glycine max L. Yield with Urea Foliar Application at Growth Stages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mahmood Tohidi

    2017-07-01

    Full Text Available To investigate the effects of nitrogen foliar application at different growth stages of soybean on the yield and yield components this experiment was performed in Shush, north of Khuzestan, Iran, during growing season of 2014. The experiment was in split plot based on randomized complete block design with three replications. Experimental treatments consisted of four levels of nitrogen fertilizer foliar applications as control (no nitrogen foliar application, 25, 50 and 75 kg/ha pure nitrogen from urea source (46% pure nitrogen assigned to the main plots and spraying times in three levels, at vegetative stage, flowering stage and podding stage to the subplots. Results showed that the effects of nitrogen foliar application on traits measured in this experiment like leaf area index, number of pod per plant, number of seeds per pod, thousand seed weight, seed yield, biologic yield, harvest index, protein percent and protein yield and also interaction of different levels of nitrogen foliar application and different growth stages, were significant. Oil percent and yield were only significant under the effect of nitrogen foliar application treatments at different growth stages while the interaction of different levels of nitrogen foliar application and different growth stages, were not significant. In this experiment nitrogen foliar application increased seed yield. The highest seed yield amounted to 2466 kg/ha when 50kg/ha of foliar nitrogen applied at vegetative growth stage and lowest seed yield amounted to 1295 kg/ha in the control treatment at the stage of podding. In general, results demonstrated that 50 kg/ha treatment could be considered as the best management option of nitrogen foliar application for soybean at vegetative growth stage.

  20. Impacts of limestone and nitrogen top dressing application on the potassium content in the soil profile and marandu-grass leaf concentration Impactos da aplicação de calcário e nitrogênio em cobertura no teor de potássio no perfil do solo e na concentração foliar do capim-marandu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Balieiro Neto

    2009-07-01

    camada superficial do solo pelo resíduo de forragem, em decorrência da maior produção de massa, o aumento da concentração de potássio na planta nas mais altas doses de nitrogênio comprova a importância do suprimento de potássio para a planta, por intensificar a massa de forragem.

  1. A new method for estimating the leaf area index of cucumber and tomato plants Um novo método para estimar o índice de área foliar de plantas de pepino e tomate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Favaro Blanco

    2003-12-01

    Full Text Available Non-destructive methods of leaf area measurement are useful for small plant populations, such as experiments with potted plants, and allow the measurement of the same plant several times during the growing period. A methodology was developed to estimate the leaf area index (LAI of cucumber and tomato plants through the evaluation of the leaf area distribution pattern (LADP of the plants and the relative height of the leaves in the plants. Plant and leaf height, as well as the length and width of all leaves were measured and the area of some leaves was determined by a digital area meter. The obtained regression equations were used to estimate the leaf area for all relative heights along the plant. The LADP adjusted to a quadratic model for both crops and LAI were estimated by measuring the length and width of the leaves located at the relative heights representing the mean leaf area of the plants. The LAI estimations presented high precision and accuracy when the proposed methodology was used resulting in time and effort savings and being useful for both crops.Métodos não destrutivos para a medição da área foliar são úteis para pequena população de plantas, como experimentos com plantas conduzidas em vasos, e permitem que a mesma planta seja medida várias vezes durante o período de cultivo. O objetivo desse trabalho foi desenvolver uma metodologia para a estimativa do índice de área foliar (IAF do pepino e do tomate pela determinação do padrão de distribuição de área foliar (PDAF das plantas e da altura relativa da folha que representa a área foliar média da planta. A altura da planta e da folha, assim como o comprimento e a largura de todas as folhas, foram medidos e algumas folhas tiveram sua área determinada por um medidor digital de área foliar. As equações de regressão obtidas foram utilizadas para estimar a área foliar para todas as alturas relativas ao longo da planta. O PDAF ajustou-se a um modelo quadr

  2. Performance of cylindrical leaf wetness duration sensors in a tropical climate condition Desempenho de sensores cilíndricos para medida da duração do período de molhamento foliar em condições de clima tropical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Alvarez Santos

    2008-12-01

    conditions, where LWD measured by cylinders were two hours longer than by flat plate sensors.Medidas da duração do período de molhamento (DPM são necessárias para diversos sistemas de alerta fitossanitário, uma vez que a DPM é uma variável importante para a epidemiologia. O sensor cilíndrico é um sensor eletrônico barato e que pode ser facilmente produzido. Esse sensor foi inicialmente projetado para medir DPM em cebola, contudo alguns estudos indicam que ele também pode ser utilizado em estações meteorológicas e outras culturas. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de sensores cilíndricos sob condições tropicais, no Brasil, tendo-se as medidas obtidas pelo sensor de placa como referência. Antes de serem instalados no campo, todos os sensors eletrônicos utilizados no estudo (placa e cilíndricos foram pintados com tinta latex branca e, em seguida, submetidos a tratamento térmico. Testes de laboratório foram realizados para determinar um limiar de resistência, a partir do qual os sensores seriam considerados molhados, e o tempo de reposta dos sensores ao molhamento. No campo, todos os sensores foram inicialmente instalados na horizontal a 30 cm de altura sobre gramado, visando a avaliar a variabilidade entre os sensores de DPM. A variabilidade entre os sensores cilíndricos na horizontal foi reduzida com a adoção de um limiar de resistência específico para cada sensor. O coeficiente médio de variação para DPM diária medida pelos sensores cilíndricos foi igual a 9,7%. Posteriormente, os sensores cilíndricos foram instalados em 5 ângulos diferentes com a horizontal: 0, 15, 30, 45, and 60º. As medidas obtidas por esses sensores são comparáveis com a medida padrão, fornecida por sensores de placa instalados a 45º e mesma altura. A mudança do ângulo de instação não teve efeito sistemático sobre as medidas da DPM para as condições locais, uma vez que as correlações entre as medidas dos sensores de placa e

  3. Epiderme dos segmentos foliares de Mauritia flexuosa L. f. (Arecaceae em três fases de desenvolvimento Epidermis of leaf segments from Mauritia flexuosaL. f. (Arecaceae on three phases of development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mahedy Araújo Bastos Passos

    2006-12-01

    Full Text Available São apresentados os dados anatômicos da epiderme dos segmentos foliares de Mauritia flexuosa L. f. (Arecaceae em três fases do desenvolvimento. Os segmentos foliares foram analisados em toda a extensão do limbo. As células intercostais da epiderme das faces adaxial e abaxial evidenciam-se com paredes sinuosas, retangulares e orientadas longitudinalmente em relação ao eixo do segmento foliar com acentuada presença de corpos de sílica esférico-espinulosos. As células epidérmicas da região costal de ambas as faces apresentam paredes retas e variam entre curtas, longas e arredondadas. Os tricomas são simples, unicelulares, longos, com base mais alargada. Os segmentos foliares de M. flexuosa são anfiestomáticos com estômatos tetracíticos. Em secção transversal a epiderme foliar é uniestratificada com câmara subestomática ampla. Os resultados obtidos não demonstraram variações expressivas entre as três fases de desenvolvimento e os caracteres encontrados parecem ser comuns a outras palmeiras.Anatomic data on the epidermis leaf segments from Mauritia flexuosa L. f. (Arecaceae are presented on three phases of development. Leaf segments were analyzed on the all extension of leaf. Both adaxial and abaxial epidermal cells stand out with sinuous walls, rectangular and longitudinally oriented to the foliar axis with the marked presence of spherical- spiny silica bodies. The back epidermal cells of both surfaces present straight walls and vary among short, long and round. Trichomes are unicellular, simple, long, with a wider base. Leaf segments from M. flexuosa are anphistomatic with tetracitic type stomats. In a cross-section the leaf skin is unistratified with a broad substimatic chamber. The findings obtained showed no significant variations among the three phases of development and the characters that were found appear to be common on other palm trees.

  4. Qualidade, compostos bioativos e atividade antioxidante de variedades de videiras do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Semiárido

    OpenAIRE

    Batista, Patrício Ferreira

    2014-01-01

    A sociedade moderna busca, cada vez mais, o consumo de alimentos que possam tratar e prevenir doenças, bem como aumentar a longevidade. Entre estes, destacam-se os alimentos funcionais, incluindo bebidas, ricos em compostos antioxidantes com ação benéfica à saúde já comprovada, como uvas e os seus derivados. Em vista disto, um estudo foi conduzido com o objetivo de identificar variedades de uvas destinadas ao consumo in natura e ao processamento que, além de atender aos requerimentos de quali...

  5. Influencia de la pérdida foliar sobre la cosecha en el cv. Gruesa, Musa acuminata Colla (AAA, cultivado bajo invernadero en las Islas Canarias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Cabrera Cabrera

    2010-12-01

    Full Text Available El cultivo de la variedad de platanera Gruesa, selección local de Dwarf Cavendish, ha experimentado un importante aumento en los últimos años en las Islas Canarias, tanto al aire libre como bajo invernadero. La eliminación de hojas, tras la floración, es una práctica habitual en los cultivos bajo invernadero. Asimismo es frecuente la pérdida de hojas por el efecto de los vientos en los cultivos al aire libre. El objetivo de este trabajo es evaluar, mediante simulación de pérdida foliar por daños mecánicos, la influencia que tiene la disminución de superficie foliar sobre el llenado y cosecha de la fruta en dicho cultivar. Para ello, cuatro meses antes de la cosecha se efectuaron cinco niveles de defoliación: 0%, 25%, 50%, 75% y 100%. Se valoran dos métodos diferentes de defoliación, eliminación de limbo foliar y tronchado de hojas con posterior corte de éstas. Se analizan y presentan datos morfológicos, fenológicos y productivos, así como valoración de la metodología empleada en este trabajo para la simulación de daños. A partir de un 25% de defoliado, equivalente a 7.5 hojas funcionales por planta, se detectaron diferencias significativas con las plantas testigos.

  6. Reguladores de crescimento vegetal na concentração de macronutrientes em videira Itália.

    OpenAIRE

    ALBUQUERQUE, T. C. S. de; MOUCO, M. A. do C.; ALBUQUERQUE NETO, A. A. de.

    2008-01-01

    Em clima tropical semi-árido, o uso de reguladores vegetais em fruteiras permite o manejo do crescimento vegetativo, tão necessário ao escalonamento da produção e ao aumento da fertilidade das gemas. Estas substâncias influenciam vários fenômenos fisiológicos relacionados com a absorção mineral, como a condutância de membrana e utilização metabólica de íons. O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento vegetativo, produção de matéria seca dos ramos, concentração e quantidade acumulada ...

  7. ESTÁDIOS DE DESENVOLVIMENTO DE EMBRIÕES NA OBTENÇÃO DE PLANTAS EM CRUZAMENTOS ENTRE GENITORES APIRENOS DE VIDEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    AMARAL ADRIANE LEITE DO

    2001-01-01

    Full Text Available Pesquisou-se o efeito do estádio de desenvolvimento de embriões resgatados na obtenção de plantas em cruzamentos entre genitores apirenos de videira, utilizando dois métodos de cultivo in vitro de sementes-traço. No método 1 (M1, as sementes-traço foram cultivadas 60 dias em meio-de-cultura ER e no método 2 (M2 60 dias em ER, mais 30 dias em meio-de-cultura MS. O estádio de desenvolvimento do embrião foi identificado no final destes períodos, quando do resgate e transferência para meio-de-cultura WP. Quatro tipos de embriões foram identificados: globular, cordiforme, torpedo e indefinido. O estádio globular foi encontrado com maior freqüência, levando à obtenção de maior número de plantas, mesmo tendo apresentado menor capacidade de gerar plantas. A maior eficiência em gerar plantas foi obtida com o estádio torpedo. No M2, ocorreu maior número de embriões germinados e de plantas desenvolvidas. Como o estádio de desenvolvimento do embrião influencia na obtenção de plantas, o resgate de embriões em estádio mais avançado do seu desenvolvimento leva a tem maior capacidade de gerar plantas. Portanto, uso de técnicas que favoreçam o resgate de embriões mais desenvolvidos pode aumentar o número de plantas obtidas.

  8. Growth analisys and assimilate partitioning in physalis plants under leaf fertilization intervalsAnálise de crescimento e partição de assimilados em plantas de fisalis submetidas a intervalos de adubação foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Pedó

    2013-10-01

    Full Text Available The work was conducted in greenhouse and aimed to analyze the growth and partitioning of assimilates in Physalis peruviana subjected in intervals of leaf fertilization. The plants were collected at regular intervals of fourteen days after transplantation until the end of the cycle and determined the dry mass and leaf area. From the primary data analysis was applied to growth analysis and calculated the total dry matter production (Wt, rates of dry matter production (Ct, relative growth (Rw, net assimilation (Ea, leaf area index (L, relative growth of leaf area (Fa and ratios of leaf area and leaf mass (Fw, specific leaf area (Sa and dry matter partitioning between organs. Plants of Physalis peruviana subjected to leaf fertilization biweekly reached higher Wt, Ct, number of fruits and similar dry mass of fruits (Wfr of plants subjected to foliar weekly application and higher Wfr compared to plants without application leaf of fertilization. Thus, the application of leaf fertilization provided benefits of growth and the partition of assimilates in Physalis peruviana plants. O trabalho foi conduzido em casa de vegetação e objetivou analisar o crescimento e a partição de assimilados em Physalis peruviana submetida a intervalos de adubação foliar. As plantas foram coletadas a intervalos regulares de quatorze dias após o transplante até o final do ciclo e foram determinados a massa seca e a área foliar. A partir dos dados primários foi aplicada a análise de crescimento, sendo calculados a massa seca total (Wt, taxas de produção de matéria seca (Ct, crescimento relativo (Rw e assimilatória liquída (Ea, índice de área foliar (L, razões de área foliar (Fa e massa foliar (Fw, área foliar específica (Sa, partição de matéria seca entre órgãos e o número de frutos. Plantas de Physalis peruviana submetidas à adubação foliar quinzenal atingiram maior Wt, Ct, superior número de frutos e semelhante matéria seca de frutos (Wfr a

  9. Comparison between Seed and Foliar Treatment as a Tool in Integrated Pest Management.

    Science.gov (United States)

    Matyjaszczyk, Ewa

    2017-08-02

    A study into doses of seed treatments and foliar plant protection products containing an identical active substance registered to control the same pest in the same crops was carried out in the European Union. The results show that, for fungicides, the use of seed treatment is often connected with a significantly lower release of active substance per hectare when compared to foliar treatments. In 11 of 13 cases, the difference was 8-fold or higher. For insecticides, in most of the cases, the consumption of an active substance was several times higher for seed treatment, in one case for foliar application.

  10. Effects of Zn, macronutrients, and their interactions through foliar applications on winter wheat grain nutritional quality.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shaoxia Wang

    Full Text Available Although application of Zn combined with macronutrients (K, P, and N can be used to fortify wheat grain with Zn, little is known about their interactions when foliar application is employed or the influences of common soil fertility management practices (e.g. N and straw management on their efficiency. Therefore, the effects of foliar-applied Zn and N, P, or K on grain nutritional quality (especially Zn were investigated in wheat grown under different soil N rates at two sites with (Sanyuan or without (Yangling employing straw return. A 4-year-long field experiment was also conducted to evaluate the environmental stability of the foliar formulations. Across 6 site-years, foliar Zn application alone or combined with N, P, or K fertilizers resulted in 95.7%, 101%, 67.9% and 121% increases in grain Zn concentration, respectively. In terms of increasing grain Zn concentration, foliar-applied Zn positively interacted with N (at Sanyuan and K (at Yangling, but negatively interacted with P at any condition tested, suggesting depressive effects of foliarly-applied P on physiological availability of Zn. Although these interaction effects were the major factor that governing the efficiency of foliar-applied Zn combined with N, P, or K on grain Zn concentration, the magnitude of the increase/decrease in grain Zn (-3.96~5.71 mg kg-1 due to these interactions was much less than the average increases following Zn+K (31.3, Zn+P (18.7, and Zn+N (26.5 mg kg-1 treatments relative to that observed in foliar Zn-only treatment. The combined foliar application of Zn with N, P, or K did not cause any adverse impact on grain yield and other nutritional quality and in some cases slightly increased grain yield and macronutrient concentrations. Grain phytic acid:Zn molar ratios were respectively 52.0%, 53.1%, 43.4% and 63.5% lower in the foliar Zn, Zn+N, Zn+P and Zn+K treatments than in the control treatment. These effects were consistent over four years and across three

  11. Effects of Zn, macronutrients, and their interactions through foliar applications on winter wheat grain nutritional quality.

    Science.gov (United States)

    Wang, Shaoxia; Li, Meng; Liu, Ke; Tian, Xiaohong; Li, Shuo; Chen, Yanlong; Jia, Zhou

    2017-01-01

    Although application of Zn combined with macronutrients (K, P, and N) can be used to fortify wheat grain with Zn, little is known about their interactions when foliar application is employed or the influences of common soil fertility management practices (e.g. N and straw management) on their efficiency. Therefore, the effects of foliar-applied Zn and N, P, or K on grain nutritional quality (especially Zn) were investigated in wheat grown under different soil N rates at two sites with (Sanyuan) or without (Yangling) employing straw return. A 4-year-long field experiment was also conducted to evaluate the environmental stability of the foliar formulations. Across 6 site-years, foliar Zn application alone or combined with N, P, or K fertilizers resulted in 95.7%, 101%, 67.9% and 121% increases in grain Zn concentration, respectively. In terms of increasing grain Zn concentration, foliar-applied Zn positively interacted with N (at Sanyuan) and K (at Yangling), but negatively interacted with P at any condition tested, suggesting depressive effects of foliarly-applied P on physiological availability of Zn. Although these interaction effects were the major factor that governing the efficiency of foliar-applied Zn combined with N, P, or K on grain Zn concentration, the magnitude of the increase/decrease in grain Zn (-3.96~5.71 mg kg-1) due to these interactions was much less than the average increases following Zn+K (31.3), Zn+P (18.7), and Zn+N (26.5 mg kg-1) treatments relative to that observed in foliar Zn-only treatment. The combined foliar application of Zn with N, P, or K did not cause any adverse impact on grain yield and other nutritional quality and in some cases slightly increased grain yield and macronutrient concentrations. Grain phytic acid:Zn molar ratios were respectively 52.0%, 53.1%, 43.4% and 63.5% lower in the foliar Zn, Zn+N, Zn+P and Zn+K treatments than in the control treatment. These effects were consistent over four years and across three soil N

  12. Caracterização de isolados de Rhizoctonia associados à queima foliar em Roraima = Characterization of Rhizoctonia isolates associated with foliar blight in Roraima.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayane Rodrigues Youssef

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi caracterizar isolados do fungo Rhizoctonia associados à queima foliar, obtidos de hospedeiros de importância econômica no estado de Roraima. Os isolados foram obtidos de plantas de feijão-caupi (Vigna unguiculata, soja (Glycine max, seringueira (Hevea brasiliensis, melancia (Citrullus lanatus, alface (Lactuca sativa e feijão-guandu (Cajanus cajan. Os parâmetros utilizados foram números de núcleos, grupo de anastomose e as características culturais da colônia, taxa de crescimento micelial e a formação de escleródios nos meios de cultura: batata dextrose agar (BDA, BDA+asparagina, BDA+extrato de levedura, Czapek Agar, maltose-peptona-agar, soil extract agar, sacarose-yeast-asparagina e V-8. Todos os 10 isolados estudados foram caracterizados como multinucleados e pertencentes à espécie Rhizoctonia solani. Três isolados de feijão-caupi, um de soja e o isolado de melancia foram identificados como AGI-1A e um isolado de feijãocaupi, um de soja e o isolado de feijão-guandu como AGI-1B. O isolado de seringueira não foi identificado como nenhum dos padrões de anastomose utilizado. Para a maioria dos isolados as maiores taxas de crescimento micelialforam obtidas no meio de cultura Soil Extract Agar. Dois tipos de escleródios, característicos do grupo AGI, foram observados: formação de 2-20 tufos placa-1 coloração variável, 1-2 mm e formação de 38-611 microescleródios placa-1, de coloração marrom, medindo 100 μm. A produção e o tipo de escleródio variaram com o isolado e o meio de cultura utilizado.The aim of this work was to characterize Rhizoctonia isolates associated with foliar blight symptom from hosts with economic importance at Roraima state. The isolates were recovered from cowpea (Vigna unguiculata, soybean (Glycine max, rubber tree (Hevea brasiliensis, watermelon (Citrullus lanatus, lettuce (Lactuca sativa and pigeonpea (Cajanus cajan. The evaluated characteristics were nuclear

  13. Organogênese de explante foliar de clones de Eucalyptus grandis x E. urophylla Organogenesis of the leaf explant of Eucalyptus grandis x E. urophylla clones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Cristina Soares de Carvalho Alves

    2004-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos dos reguladores de crescimento TDZ [1-fenil-3-(1,2,3-tia-diazol-5-iluréia], BAP (6-benzilaminopurina e ANA (ácido naftalenoacético no desempenho da propagação in vitro por organogênese de explante foliar de três clones híbridos de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. Houve resposta diferenciada dos clones quanto a intensidade, textura e coloração dos calos, em razão dos tratamentos com os reguladores de crescimento. Os melhores resultados de calejamento dos três genótipos foram observados nos tratamentos com a combinação dos reguladores de crescimento TDZ (0,5 mg L-1 e ANA (0,1 mg L-1, obtendo-se 100% de calejamento no explante foliar. Os piores resultados de calejamento foram observados nos tratamentos com a combinação dos reguladores de crescimento BAP (0,1 mg L-1 e ANA (0,1 mg L-1. Em relação à regeneração, a melhor resposta foi obtida com 1,0 mg L-1 BAP em que 8% dos calos formados a partir de explantes foliares regeneraram gemas, com número médio destas formadas por calo igual a 4,2.The aim of this work was to evaluate the effects of growth regulators TDZ [1-phenil-3-(1,2,3-thiadiazol-5-yl urea], BAP (6-benzilaminopurine e NAA (Naphthalene acetic acid on the in vitro propagation by organogenesis from foliar explants of Eucalyptus grandis x E. urophylla. Depending on the clone used, there were singular responses to growth regulators treatment regarding callusing intensity, texture and color. The best results of the three genotypes used were observed with the TDZ (0.5 mg L-1 and NAA (0.1 mg L-1 treatment, where 100% of the foliar explants presented callus. The worst results were observed with the BAP (0.1 mg L-1 and NAA (0.1 mg L-1 treatment. Subsequently, considering the regeneration process, the best response was achieved with 1.0 mg L-1 BAP, in which 8% of the calli regenerated buds, with an average of 4.2 buds per explant.

  14. PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DA 'CABERNET SAUVIGNON' SUSTENTADA EM ESPALDEIRA E MANJEDOURA NA FORMA DE Y

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MÁRIO JOSÉ PEDRO JÚNIOR

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO A uva ‘Cabernet Sauvignon’ utilizada para elaboração de vinho tem tido seu plantio incrementado na região vitivinícola de São Roque (SP, sendo o sistema de sustentação mais usual a espaldeira. Recentemente, foi introduzido o sistema de sustentação em manjedoura na forma de Y, portanto foi realizado experimento objetivando caracterizar a produção e as características químicas do mosto da ‘Cabernet Sauvignon’ sustentada em espaldeira e em Y. As avaliações foram feitas durante os anos agrícolas: 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. As videiras sustentadas em Y apresentaram maiores médias de massa dos cachos e de produtividade quando comparadas às sustentadas em espaldeira. As médias de produtividade estimada variaram entre 9,89 e 13,64 t ha-1 para a espaldeira e entre 13,34 e 17,43 t ha-1 para a manjedoura na forma de Y. Em relação às características químicas do mosto (teor de sólidos solúveis, pH e acidez titulável, não foram observadas diferenças estatísticas entre os sistemas de sustentação das videiras. As médias do teor de sólidos solúveis variaram entre 17,3 e 19,3°Brix, e a acidez titulável total, entre 98 e 143 meq.L-1 para os diferentes anos agrícolas avaliados.

  15. EFEITO DA SALINIDADE NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DA LEUCENA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gorgônio Maurício da Nóbrega Neto

    1999-08-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes níveis de NaCl na germinação e desenvolvimento inicial da leucena (Leucaena leucocephala (Lam. de Wit.. O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação, tendo-se utilizado NaCl para salinização artificial do solo, de modo a se obter as concentrações de 0,15; 0,30; 0,45 e 0,60% (CEesiguais a 6, 12, 18 e 24 dS m-1. Analisaram-se as seguintes variáveis: percentagem de germinação, índice de velocidade de germinação (IVG, área foliar, altura de plantas e matéria seca. A análise dos dados demonstrou que o potencial de germinação da leucena foi afetado com o aumento da concentração de NaCl e que o desenvolvimento inicial da leucena sofreu efeito mais significativo a partir da concentração de 0,45%, mas as variáveis área foliar e matéria seca foram afetadas a partir de 0,15 e 0,30%, respectivamente.

  16. Effects of Foliar Selenite on the Nutrient Components of Turnip (Brassica rapa var. rapa Linn.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xiong Li

    2018-03-01

    Full Text Available We administered foliar applications of 50, 100, and 200 mg L−1 selenium (Se, selenite on turnip (Brassica rapa var. rapa Linn. and detected the changes in the main nutrient components in fleshy roots. Results showed that the foliar application of Se (IV significantly increased the Se content in turnip, and Se (IV positively affected the uptake of several mineral elements, including magnesium, phosphorus, iron, zinc, manganese, and copper. Se (IV treatments also improved the synthesis of protein and multiple amino acids instead of crude fat and total carbohydrate in turnip, indicating that the foliar application of Se (IV could enhance Se biofortification in turnip and promote its nutritional value. We recommended 50–100 mg L−1 Se treatment for foliar application on turnip based on the daily intake of Se for adults (96–139 μg person−1 day−1 and its favorable effects on the nutrient components of turnip.

  17. Effects of foliar selenite on the nutrient components of turnip (Brassica rapa var. rapa Linn.)

    Science.gov (United States)

    Li, Xiong; Li, Boqun; Yang, Yongping

    2018-03-01

    We administered foliar applications of 50, 100 and 200 mg L‑1 selenium (Se, selenite) on turnip (Brassica rapa var. rapa Linn.) and detected the changes in the main nutrient components in fleshy roots. Results showed that the foliar application of Se (Ⅳ) significantly increased the Se content in turnip, and Se (Ⅳ) positively affected the uptake of several mineral elements, including magnesium, phosphorus, iron, zinc, manganese and copper. Se (Ⅳ) treatments also improved the synthesis of protein and multiple amino acids instead of crude fat and total carbohydrate in turnip, indicating that the foliar application of Se (Ⅳ) could enhance Se biofortification in turnip and promote its nutritional value. We recommended 50–100 mg L‑1 Se treatment for foliar application on turnip based on the daily intake of Se for adults (96–139 µg person‑1 day‑1) and its favourable effects on the nutrient components of turnip.

  18. Foliar application of two silica sols reduced cadmium accumulation in rice grains

    International Nuclear Information System (INIS)

    Liu Chuanping; Li Fangbai; Luo Chunling; Liu Xinming; Wang Shihua; Liu Tongxu; Li Xiangdong

    2009-01-01

    In the present study, pot experiments were conducted to investigate the effects of foliar application of two silica (Si) sols on the alleviation of cadmium (Cd) toxicity in contaminated soil to rice. Results showed that the foliar application of Si sols significantly increased the dry weight of grains (without husk) and shoots in rice grown in Cd contaminated soil, whereas the Cd concentration in the grains and shoots decreased obviously. The total accumulation of Cd in rice grains also decreased with the application of both of the Si sols, but no significant effect was found on the Cd accumulation in the shoots. For the optimal effect, Si-sol-B should be foliar applied at the tillering-stage during rice growth. The mechanism of Si foliar application to alleviate the toxicity and accumulation of Cd in grains of rice may be related to the probable Cd sequestration in the shoot cell walls

  19. Environmental protection foliar fertilization in areas subject to limitation of fertilizers use

    International Nuclear Information System (INIS)

    Gavriluta, I.; Alexandrescu, A; Budoi, G.; Bireescu, L.; Bireescu, G.

    1999-01-01

    Significant increases of plant productivity have been recorded in field experiments conducted between 1991 - 1994 using general purpose complex foliar fertilizers as well as aminoacid containing complex foliar fertilizers. These increases at the same time had positive environmental effects against chemical pollution, especially with nitrates. As a rule, the greater the degree of nutrient efficiency, especially of nitrate, the lower are the losses, which are subject to transfer to the environment. So in the light of environmental protection against chemical pollution using foliar fertilization is certainly beneficial for crops and for all other components of the agricultural environment giving rise to its significant improvement. Both, foliar and soil fertilization in areas with limitation of fertilizer use should be carried out under a continuous and strict analytical check of plant, soil and water. Refs. 14 (author)

  20. Foliar nutrients explain goldspotted oak borer, Agrilus auroguttatus, adult feeding preference among four California oak species

    Science.gov (United States)

    Yigen Chen; Tom. W. Coleman; Michael. I. Jones; Mary. L. Flint; Steven. J. Seybold

    2013-01-01

    Adults of the invasive goldspotted oak borer, Agrilus auroguttatus Schaeffer (Coleoptera: Buprestidae), consumed foliar weight in no-choice feeding tests of, in descending order, California black oak Quercus kelloggii Newb., Engelmann oak, Quercus engelmannii Greene, coast live oak, Quercus...

  1. Analysis of an alternative method for the study of bromeliad-associated fauna in plants with different foliar organization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerson A. Müller

    2010-12-01

    Full Text Available The efficiency of an alternative method of collection (by suction of water for the study of Culicidae and Chironomidae (Diptera, Scirtidae (Coleoptera and Coenagrionidae (Odonata in bromeliads with different foliar architecture in a restinga at Florianópolis, SC, Brazil, was studied. The alternative method was less efficient to collect Culicidae and Chironomidae (Wilcoxon test p 0.05 from Aechmea lindenii. This method was less efficient to collect insects of all groups from Vriesea friburgensis (Wilcoxon test p A eficiência do método alternativo de coleta (por sucção da água para o estudo de Culicidae e Chironomidae (Diptera, Scirtidae (Coleoptera e Coenagrionidae (Odonata em bromélias com diferentes estruturas foliares de restinga em Florianópolis, SC, Brasil, foi estudada. O método alternativo foi menos eficiente para coletar Culicidae e Chironomidae (teste de Wilcoxon p 0, 05 a partir de Aechmea lindenii. Esse foi menos eficiente para coletar insetos de todos os grupos a partir de Vriesea friburgensis (teste de Wilcoxon p < 0,05. O método alternativo se mostrou eficiente em estimar a diversidade desses insetos nas duas espécies de bromélias. A alta mobilidade das formas imaturas dos coleópteros e libélulas e a disponibilidade de apenas um tanque em Aechea lindenii, em contraste com as várias axilas e Vriesea friburgensis, facilitando a sucção destas formas imaturas provavelmente influenciaram os resultados. Os resultados indicam que o método de sucção não deve substituir o desmanche no estudo de Culicidae e Chironomidae; ele pode ser útil para a obtenção de formas imaturas de Scirtidae e Coenagrionidae em bromélias de um só tanque.

  2. Effect of Foliar Application of Micro Nutrients on Physiological Growth Indices and Total Dry Matter Yield of Forage Corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Soleymani

    2012-04-01

    Full Text Available In order to evaluate the effect of foliar application of micro nutrients on physiological growth indices and total dry matter yield of forage corn. Field experiment was conducted in 2006 at Bersian village Isfahan. A randomized complete block design with four replications was used. Plant treated with 8 foliar application treatments (Fe, Zn, Cu, Mn, Fe + Mn, Cu + Zn, Fe + Mn + Cu + Zn and control. The responses to foliar application in total dry weight, LAI and CGR appeared to differ between the treatments, but there is no significant difference in NAR between the treatments. Maximum leaf area index gained in foliar application of Fe but there is significant difference between this treatment and other treatments except foliar application of Zn and Fe + Mn. Foliar application of Fe and Fe + Mn result to maximum total dry weight, but there is no significant difference between these treatments and foliar application of Zn, Mn, Mn + Cu and Fe + Zn + Cu +Mn. Maximum and minimum NAR gained in foliar application of Mn and control treatments respectively. Maximum CGR gained in foliar application of Zn, there is significant difference between this treatment and others. Control treatment in comparison with others shows minimum value in all measured factors. The results indicate that foliar application of micro nutrients particularly Fe and Fe+Mn may be suitable to product maximum total dry matter yield under similar condition.

  3. EFEITO DO EXTRATO FOLIAR DE Gossypium arboreum L. (ALGODÃO SOB O CRESCIMENTO MICELIAL DE Lasiodiplodia theobromae (PAT. GRIFFON & MAUBL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline da Cruz Vasconcelos

    2017-03-01

    Full Text Available O uso de extratos vegetais tem sido amplamente estudado como controle biológico alternativo de doenças de plantas, especialmente aquelas causadas por fungos patogênicos. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi avaliar a atividade antifúngica in vitro do extrato bruto etanólico obtido de folhas de algodão (Gossypium arboreum L., Malvaceae em diferentes concentrações sob o desenvolvimento micelial do fungo fitopatogênico Lasiodiplodia theobromae. O ensaio foi conduzido nos Laboratórios de Microbiologia/Fitopatologia/Genética e de Cultivo/Isolamento da Universidade do Estado do Amapá/UEAP, em Macapá, Amapá. Em um Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC, seis tratamentos e seis repetições foram organizados: T1 (controle negativo – BDA (Batata-Dextrose-Ágar + 0 mg.mL-1 (extrato foliar; T2 - BDA + 5 mg.mL-1 (extrato foliar; T3 - BDA + 10 mg.mL-1 (extrato foliar; T4 - BDA + 20 mg.mL-1 (extrato foliar; T5 - BDA + 2,5 mL de etanol e T6 (controle positivo - BDA + 2,5 mL de fungicida comercial (Derosal®. As variáveis inibição do crescimento micelial (ICM, índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM e área abaixo da curva de cobertura de crescimento micelial (AACCM foram calculadas ao final do experimento. Os resultados mostraram que o extrato bruto etanólico das folhas de G. arboreum não apresentou atividade antifúngica in vitro frente ao fungo L. theobromae nas concentrações testadas. O extrato induziu o crescimento micelial do fungo, especialmente na concentração 10 mg.mL-1, a qual apresentou condição ideal para o desenvolvimento das estruturas do fungo. Palavras-chave: Malvaceae, extrato vegetal, controle biológico, fitopatógeno.

  4. Adubos foliares quelatizados e sais na absorção de boro, manganês e zinco em laranjeira ?Pera?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Carlos Henrique dos

    1999-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo comparar a eficiência de formulações de adubos foliares quelatizados na absorção dos micronutrientes boro, manganês e zinco, com a aplicação convencional de sais em plantas de laranjeira ?Pera? (Citrus sinensis (L. Osbeck. Para tanto foi conduzido experimento nas dependências do Departamento de Ciência do Solo da Faculdade de Ciências Agronômicas UNESP/Campus de Botucatu, Estado de São Paulo. Utilizaram-se plantas de laranjeira ?Pera? (Citrus sinensis (L. Osbeck enxertadas sobre limoeiro ?Cravo? (Citrus limonia Osbeck, com 2 anos de idade, plantadas em caixas de 250 litros. Os adubos foliares utilizados foram: Grex Citros na dose de 1,0 mL L-1; Copas citros 2,0 mL L-1; Plantin Citros 1,0 mL L-1; Citrolino 2,0 mL L-1; Fertamin Citros 1,75 mL L-1; Yogen Citros 2,0 mL L-1; MS-2 1,0 mL L-1; Sais, Sais + 1,0 g L-1 de KCl e Sais substituindo o ZnSO4 pelo ZnCl2. O volume de aplicação, foi de 1 litro de calda planta-1. Em todos os tratamentos adicionou-se o espalhante adesivo do grupo químico dos alquifenoletoxilados a 0,03%. A amostragem das folhas foi realizada 30 dias após a aplicação dos tratamentos, coletando-se a 3a ou 4a folha de ramos vegetativos no início do florescimento, dos 4 quadrantes, localizados na região mediana da planta, totalizando 10 folhas por planta. A aplicação foliar de micronutrientes, favoreceu a absorção e resultou no aumento do teor foliar de Mn e Zn mas não de B, sendo que a presença de cloreto aumentou os teores de Zn na folhas de laranjeira ?Pera?, proporcionando maior absorção do que o sulfato e sulfato adicionado ao cloreto de potássio. Os resultados mostram, também, que os produtos quelatizados Yogen e MS-2, para as condições deste estudo, não foram eficientes como fontes fornecedoras de Mn.

  5. Evaluation of soil and foliar fertilization on wheat yield and quality

    International Nuclear Information System (INIS)

    Ndiema, A.C.; Maina, M.P.D.; Kamundia, W.J.

    2001-01-01

    Traditionally wheat farmers in Kenya apply basal compound fertilizer like diammonium phosphate (DAP), Triple super phosphate (TSP). Plants require a considerable number of different elements for optimal growth. One way of supplying these micronutrients is through foliar fertilization. However there was an increase of 71.7% for 40kg N/ha plus bayfolan in Njoro over the control, 61.8% for bayfolan alone a foliar fertilizer, which contain a wide range of plant nutrients. In Molo the control out-yielded all the treatments indicating that planting the crop with DAP is sufficient. Foliar fertilizer was applied directly to the plant leaves to enhance crop yield due to their rapid absorption. The potential of improving yields comes as a result of increase in number of seeds. The objective of this study was to evaluate the effects of foliar fertilizer on wheat yield when used alone or in combination with soil-applied fertilizers. Byfolan is a fast acting fertilizer with nutrients rapidly becoming available to the plant. The composition of Bayfolan includes N (11%), P (8%), K (6%), Fe (0.019%), Mn (0.016%). Zn (0.0061% ), Co (0.00035%), Mo (0.00009%), sodium, sulphur, vitamin B 1 and growth hormones. The design was RCBD with nine (9) treatments and three (3) replications. The treatments included control, 20kg N/ha, 40kg N/ha, 80kg N/ha, Bayfolan foliar, 20kg N/ha + Baylon a foliar, 40kg N/ha + Bayfolan foliar, 20kg N/ha urea in solution form, 20kg N/ha urea in solution form + Bayfolan foliar. DAP was applied at the rate of 130kg/ha, as a blanket treatment at planting timeto provide N and P for initial growth. Significant difference in spike density and kernel weight at 5% level was observed at farms in Njoro but not at farms in Molo. (author)

  6. Foliar fertilizations with boron and growth regulators on lettuce (Lactuca sativa L.) cv floresta culture

    International Nuclear Information System (INIS)

    Masunaga, S.I.; Chueire, F.B.; Teixeira, N.T.

    1989-01-01

    The experiment was realized to verify the possibility of applying Boron as foliar fertilization with growth regulators: indol acetic acid, giberellic acid, ethephon and cycocel. The other objective was to compare the foliar and soil fertilization, with Boron, on the lettuce culture. The results showed that there wasn't difference of production between the treatments. Meanwhile the application of growth regulator modified the Boron grade in the leaves. (author) [pt

  7. Residual effect of sugar cane ratoon of urea nitrogen foliar application to plant cane

    International Nuclear Information System (INIS)

    Trivelin, P.C.O.; Lara Cabezas, W.A.R.; Coleti, J.T.

    1984-01-01

    The residual effect of urea - N, foliar applied to plant cane, on sugar cane ratoon is studied. Setts grown in drums containing washed sand are used. 180 days from planting, foliar fertilizer (43.5% urea solution) labelled with 3.95 atom % 15 N is applied. The first harvest is made 7 days after application and final harvest of resprouting at 123 days. (M.A.C.) [pt

  8. Teores foliares de nutrientes no maracujazeiro amarelo em função de adubação nitrogenada, irrigação e epócas de amostragem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Almy Junior Cordeiro de

    2002-01-01

    Full Text Available A realização de diagnósticos de culturas, através do conhecimento dos teores foliares dos nutrientes, em cada condição de cultivo, se justifica e tem por finalidade corrigir deficiências, inclusive com a utilização de ferramentas tais como o DRIS (Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação, que auxiliam no manejo para a obtenção de altos rendimentos das culturas. Este trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da adubação nitrogenada, irrigação e época de amostragem nos teores dos nutrientes foliares na cultura do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa. O experimento foi conduzido em Campos-RJ, em Argissolo Amarelo distrófico, onde foram combinadas quatro doses de nitrogênio (50 a 650 g por planta por ano de N com 6 lâminas de irrigação (0 a 125% da ETo - Evapotranspiração de referência. Na maior produtividade de frutos (41,3 t ha-1, os teores de nutrientes foliares variaram de 40,8 a 58,1 g kg-1 de N, 2,58 a 3,85 g kg-1 de P, 23,2 a 38 g kg-1 de K, 6,13 a 14,4 g kg-1 de Ca, 2,23 a 4,28 g kg-1 de Mg, 3,2 a 4,64 g kg-1 de S, 13,1 a 32,4 g kg-1 de Cl, 21,1 a 36,5 mg kg-1 de Zn, 44,4 a 94,5 mg kg-1 de Mn, 82 a 246 mg kg-1 de Fe, 16,8 a 48,9 mg kg-1 de B e 3,97 a 234 mg kg-1 de Cu. A adubação nitrogenada afetou os teores foliares de N, K, S, Ca, Mg, Mn, Cl e B. A irrigação elevou os teores foliares de Cl e de Na e não influenciou nos teores foliares dos outros nutrientes.

  9. Organismic-Scale Remote Sensing of Canopy Foliar Traits in Lowland Tropical Forests

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. Dana Chadwick

    2016-01-01

    Full Text Available Airborne high fidelity imaging spectroscopy (HiFIS holds great promise for bridging the gap between field studies of functional diversity, which are spatially limited, and satellite detection of ecosystem properties, which lacks resolution to understand within landscape dynamics. We use Carnegie Airborne Observatory HiFIS data combined with field collected foliar trait data to develop quantitative prediction models of foliar traits at the tree-crown level across over 1000 ha of humid tropical forest. We predicted foliar leaf mass per area (LMA as well as foliar concentrations of nitrogen, phosphorus, calcium, magnesium and potassium for canopy emergent trees (R2: 0.45–0.67, relative RMSE: 11%–14%. Correlations between remotely sensed model coefficients for these foliar traits are similar to those found in laboratory studies, suggesting that the detection of these mineral nutrients is possible through their biochemical stoichiometry. Maps derived from HiFIS provide quantitative foliar trait information across a tropical forest landscape at fine spatial resolution, and along environmental gradients. Multi-nutrient maps implemented at the fine organismic scale will subsequently provide new insight to the functional biogeography and biological diversity of tropical forest ecosystems.

  10. Foliar water uptake of Tamarix ramosissima from an atmosphere of high humidity.

    Science.gov (United States)

    Li, Shuang; Xiao, Hong-lang; Zhao, Liang; Zhou, Mao-Xian; Wang, Fang

    2014-01-01

    Many species have been found to be capable of foliar water uptake, but little research has focused on this in desert plants. Tamarix ramosissima was investigated to determine whether its leaves can directly absorb water from high humidity atmosphere and, if they can, to understand the magnitude and importance of foliar water uptake. Various techniques were adopted to demonstrate foliar water uptake under submergence or high atmospheric humidity. The mean increase in leaf water content after submergence was 29.38% and 20.93% for mature and tender leaves, respectively. In the chamber experiment, obvious reverse sap flow occurred when relative humidity (RH) was persistently above 90%. Reverse flow was recorded first in twigs, then in branches and stems. For the stem, the percentage of negative sap flow rate accounting for the maximum value of sap flow reached 10.71%, and its amount accounted for 7.54% of diurnal sap flow. Small rainfall can not only compensate water loss of plant by foliar uptake, but also suppress transpiration. Foliar uptake can appear in the daytime under certain rainfall events. High atmospheric humidity is beneficial for enhancing the water status of plants. Foliar uptake should be an important strategy of water acquisition for desert plants.

  11. Foliar Water Uptake of Tamarix ramosissima from an Atmosphere of High Humidity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shuang Li

    2014-01-01

    Full Text Available Many species have been found to be capable of foliar water uptake, but little research has focused on this in desert plants. Tamarix ramosissima was investigated to determine whether its leaves can directly absorb water from high humidity atmosphere and, if they can, to understand the magnitude and importance of foliar water uptake. Various techniques were adopted to demonstrate foliar water uptake under submergence or high atmospheric humidity. The mean increase in leaf water content after submergence was 29.38% and 20.93% for mature and tender leaves, respectively. In the chamber experiment, obvious reverse sap flow occurred when relative humidity (RH was persistently above 90%. Reverse flow was recorded first in twigs, then in branches and stems. For the stem, the percentage of negative sap flow rate accounting for the maximum value of sap flow reached 10.71%, and its amount accounted for 7.54% of diurnal sap flow. Small rainfall can not only compensate water loss of plant by foliar uptake, but also suppress transpiration. Foliar uptake can appear in the daytime under certain rainfall events. High atmospheric humidity is beneficial for enhancing the water status of plants. Foliar uptake should be an important strategy of water acquisition for desert plants.

  12. Self-cleaning Foliar Surfaces Characterization using RIMAPS Technique and Variogram Method

    International Nuclear Information System (INIS)

    Rosi, Pablo E.

    2002-01-01

    Along the last ten years many important studies about characterization of self-cleaning foliar surfaces have been done and focused new interest on this kind of surfaces.These studies were possible due to the development of a novel preparation technique for this biological material that let us observe the delicate structures of a foliar surface under scanning electron microscope (S.E.M.).This technique consists of replacing the natural water of the specimen by glycerol. Digital S.E.M. images from both self-cleaning and non-self-cleaning foliar surfaces were obtained and analyzed using RIMAPS technique and Variograms method. Our results revealed the existence of a common and exclusive geometrical pattern that is found in species which present self-cleaning foliar surfaces.This pattern combines at least nine different directions.The results from the Variograms method showed that the stomata play a key role in the determination of foliar surface roughness. In addition, spectra from RIMAPS technique constitute a fingerprint of a foliar surface so they can be used to find evolutionary relationships among species.Further studies will provide more detailed information to fully elucidate the self-cleaning pattern, so it might be possible to reproduce it on an artificial surface and make it self-cleaning

  13. Ozone air pollution and foliar injury development on native plants of Switzerland

    International Nuclear Information System (INIS)

    Novak, Kristopher; Skelly, John M.; Schaub, Marcus; Kraeuchi, Norbert; Hug, Christian; Landolt, Werner; Bleuler, Peter

    2003-01-01

    Visible ozone-induced foliar injury on native forest species of Switzerland was identified and confirmed under ambient OTC-conditions and related to the current European AOT40 standard. - The objectives of this study were to examine the foliar sensitivity to ozone exposure of 12 tree, shrub, and herbaceous species native to southern Switzerland and determine the seasonal cumulative ozone exposures required to induce visible foliar injury. The study was conducted from the beginning of May through the end of August during 2000 and 2001 using an open-top chamber research facility located within the Lattecaldo Cantonal Forest Nursery in Canton Ticino, southern Switzerland (600 m asl). Plants were examined daily and dates of initial foliar injury were recorded in order to determine the cumulative AOT40 ppb h ozone exposure required to cause visible foliar injury. Plant responses to ozone varied significantly among species; 11 species exhibited visible symptoms typical of exposures to ambient ozone. The symptomatic species (from most to least sensitive) were Populus nigra, Viburnum lantana, Salix alba, Crataegus monogyna, Viburnum opulus, Tilia platyphyllos, Cornus alba, Prunus avium, Fraxinus excelsior, Ribes alpinum, and Tilia cordata; Clematis spp. did not show foliar symptoms. Of the 11 symptomatic species, five showed initial injury below the critical level AOT40 10 ppmh O 3 in the 2001 season

  14. Corte foliar e tempo de transplantio para o uso de plântulas do sub-bosque na restauração florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Augusto Gorne Viani

    2012-04-01

    Full Text Available O uso de plântulas da regeneração natural tem sido recomendado como estratégia para produção de mudas visando à restauração florestal, contudo muitos aspectos técnicos desse método ainda carecem de investigação científica. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da redução da área foliar e do transplantio imediato na sobrevivência e crescimento de mudas de espécies arbóreas produzidas a partir de plântulas obtidas da regeneração natural. Plântulas de Esenbeckia leiocarpa (Rutaceae, Eugenia ligustrina (Myrtaceae e Maytenus salicifolia (Celastraceae, obtidas em remanescente de vegetação secundária de Floresta Estacional Semidecidual em Bofete, SP, foram extraídas do solo e submetidas aos tratamentos: I redução de 50% da área de cada folha e transplantio imediato; II nenhuma redução de área das folhas e transplantio imediato; III redução de 50% da área de cada folha, manutenção das plântulas em água e transplantio 24 h após a coleta; e IV nenhuma redução de área das folhas, manutenção das plântulas em água e transplantio 24 h após a coleta. As mudas foram avaliadas com relação à sobrevivência e ao crescimento em altura, ao longo de oito meses. Os resultados evidenciaram que nem o corte das folhas ou a manutenção das plântulas dentro de recipientes com água por 24 h antes do transplantio afetaram os parâmetros avaliados. Assim, para as espécies estudadas a redução da área foliar e o transplantio imediato são desnecessários para a produção de mudas em viveiro a partir de plântulas obtidas da regeneração natural.

  15. Redução de haste verde e retenção foliar na soja em razão de maior disponibilidade de nitrogênio pelo tratamento de sementes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Fávero

    2014-10-01

    Full Text Available Problemas relacionados à retenção foliar e maturação desuniforme na cultura da soja têm sido relatados em várias regiões do país, inclusive no Estado do Paraná, desafiando pesquisadores brasileiros. Várias hipóteses já foram levantadas sobre o desequilíbrio nutricional das plantas e intensificação do problema, porém nenhuma com conclusão definitiva. Com o objetivo de avaliar como a disponibilidade de N via inoculação e uso de Co e Mo no tratamento de sementes, associado ao uso de fungicida e inseticida, pode minimizar a retenção foliar e haste verde, instalou-se um ensaio no campo da Estação Experimental da Copacol, em Cafelândia, PR. Oito combinações de produtos foram usadas no tratamento de sementes de soja, considerando a presença ou ausência de Co e Mo, inoculante e inseticida/fungicida. Avaliaram-se o teor de N foliar, a frequência de plantas anormais por ocasião da colheita, a porcentagem de vagens, com 0, 1, 2, 3 e 4 grãos formados, o peso de 1000 grãos, o teor de umidade, a impureza na colheita e o rendimento de grãos. O uso do Co e Mo e a inoculação de sementes promoveram aumento do teor de N foliar na soja e reduziram o número de plantas anormais, refletindo positivamente no rendimento e seus componentes. Os resultados evidenciaram efeito positivo da melhor nutrição das plantas de soja com relação ao N na redução de haste verde e reafirmaram a necessidade do uso do Co e Mo e da inoculação de sementes.

  16. Carboidratos foliares durante a floração e os estádios iniciais de crescimento de frutilhos em tangerineira 'Ponkan'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Amato Moreira

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os teores de carboidratos foliares em tangerineira 'Ponkan' (Citrus reticulata, durante o pleno florescimento e os estádios iniciais de crescimento dos frutilhos, e identificar a melhor época para realização do raleio químico. O experimento foi realizado durante dois anos de produção (2009/2010 e 2010/2011, com quatro épocas de amostragem de folhas: 0, 30, 60 e 90 dias após o pleno florescimento. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas no tempo, quatro repetições e quatro plantas por parcela. Para determinar a utilização dos carboidratos pelas plantas, foram avaliados os teores de açúcares solúveis, açúcares redutores e amido na matéria seca das folhas. Nas mesmas épocas de amostragem foliar, o tamanho dos frutilhos também foi determinado. Os teores foliares de carboidratos solúveis aumentam e os de amido diminuem entre 35 e 50 dias após o pleno florescimento. No final da fase de fixação dos frutilhos, a partir dos 50 dias após o pleno florescimento, os teores de açúcares solúveis nas folhas diminuem. A melhor época para a realização do raleio químico em tangerineira 'Ponkan' é logo após a fase de queda fisiológica, quando os frutilhos atingirem cerca de 18 mm de diâmetro, aos 50 dias após o pleno florescimento.

  17. Efecto del uso predominante de fungicidas sistémicos para el control de Sigatoka negra (Mycosphaerella Fijiensis Morelet en el área foliar del banano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MSc. José Quevedo Guerrero

    2018-04-01

    Full Text Available Sigatoka negra (Mycosphaerellafijiensis Morelet,enfermedad que afecta la capacidad fotosintética de la planta de banano en zonas donde la humedad relativa es alta, y favorece sudesarrollo, hacendel sur del Guayas y del norte de la provincia de El Oro, sus hábitats favoritos, han llevado a los productores al uso indiscriminado de los fungicidas existentes en el mercado. Actualmente existen estrategias de control con el uso de fungicidas protectantes y sistémicos que contribuyen a disminuir los daños ocasionados por este hongo. Este trabajo plantea analizar la eficiencia de los fungicidas más usados comúnmente por los productores en cuatro fincas bananeras para estimar su eficiencia mediante el preaviso biológico en plantas prontas a la floración, utilizando un diseño experimental de bloques al azar con pruebas de Tukey al 0.05 de confiabilidad. Los resultados indicaron que las fincas San Andrés 1-2 y San Andrés 3 ubicadas en la zona Balao, y que usaron en sus programas de control de Sigatoka negra fungicidas protectantes y sistémicos en rotación y mezcla, además de aplicaciones de abonos foliares, presentaron valores estadísticamente diferentes a las otras fincas que aplicaron una mayor cantidad de ciclos con fungicidas sistémicos. Las fincas Elizabeth 2 y La Italia presentaron estados evolutivos más altos en las hojas más jóvenes y una emisión foliar más lenta. Se puede concluir que las fincas San Andrés 1-2 y San Andrés 3 mostraron diferencias significativas en el número de hojas sanas a la cosecha, estados evolutivos y emisión foliar, con un mejor estado fitosanitario.

  18. Concentração foliar de nutrientes em cultivares de Coffea arabica L. sob espaçamentos adensados Foliar nutrient contents in cultivars of Coffea arabica L. at condensed spacings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Humberto Silva Augusto

    2007-08-01

    Full Text Available Os plantios adensados de café proporcionam melhor reciclagem de nutrientes e conseqüentemente reduzem a perda de nutrientes do solo por erosão, lixiviação e oxidação da matéria orgânica. Avaliaram-se as influências de diferentes espaçamentos na concentração de macro e micronutrientes em folhas de cafeeiro das cultivares IAC 44, IAC 99, MG 1192, Katipó, MG 6851 e UFV 3880. Ao início do experimento o solo foi arado para incorporação do calcário. As mudas foram plantadas em covas de 0,30 x 0,30 x 0,40 m, espaçadas entre si em 0,75 m na fileira. Na adubação de plantio aplicou-se 200 g de Fosfato Natural de Araxá, 50 g de Superfosfato Simples por cova, e 15 dias após o plantio 2L/cova de esterco em cobertura. As demais adubações foram realizadas segundo o recomendado para a cultura do café. O delineamento foi em blocos casualizados num esquema fatorial 6 x 4 (seis cultivares x quatro espaçamentos, com seis repetições. As parcelas foram compostas por quatro fileiras de 4,50 m de comprimento, espaçadas entre fileiras em 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5 m. Amostras de folhas foram retiradas aos 21 e 34 meses para avaliação dos teores foliares de macro e micronutrientes. O adensamento não influenciou na concentração de nutrientes nas folhas aos 21 meses após o plantio, mas influenciou as concentrações foliares de P, K e Mg aos 34 meses após o plantio.Coffee-tree condensed plantings provide reduction in the loss of the soil nutrients by erosion, lixiviation and oxidation of the organic matter, and even increase nutrient recycling. This experiment aimed evaluates the influence of different spacing among rows on the nutrient foliar contents of coffee-tree varieties, and was performed in randomized blocks with 24 treatments and six replications. The employed varieties IAC 44, IAC 99, MG 1192, Katipó, MG 6851 and UFV 3880 were planted with a spacing of 0,75 m among plants and 1,0; 1,5; 2,0 and 2,5m among rows. Each plot was composed

  19. Aplicação foliar de cálcio em pessegueiro na Serra Gaúcha: avaliação do teor de nutrientes na folha, no fruto e produção Foliar application of calcium in peach in Serra Gaúcha: evaluation of content of nutrients in the leaf, fruit and yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2008-06-01

    Full Text Available Na região Sul do Brasil, as aplicações foliares de cálcio têm sido usadas durante o ciclo produtivo do pessegueiro. Entretanto se carece de conhecimentos sobre o teor de cálcio e de outros nutrientes na folha, usada para estimar o estado nutricional da planta, no fruto, utilizado como referência para definir a ocorrência de distúrbio fisiológico e na produção. O trabalho objetivou avaliar o efeito de pulverizações foliares de diferentes fontes de cálcio no seu teor e de outros nutrientes nas folhas, nos frutos e na produção. O trabalho compreendeu dois experimentos e foi conduzido na safra agrícola de 2003/2004, em um pomar comercial de pessegueiro da cultivar Chimarrita, em Pinto Bandeira-RS, sobre um Cambissolo Húmico. O experimento 1 consistiu de uma, duas e três pulverizações foliares de cloreto de cálcio nas concentrações de 0 (água; 0,5; 1,0 e 2,0%. O experimento 2 compreendeu uma, duas e três pulverizações foliares de nitrato de cálcio nas concentrações de 0 (água; 0,5; 1,0 e 2,0%. O delineamento experimental usado nos dois experimentos foi de blocos ao acaso, com três repetições e três plantas por parcela, que foram distribuídas ao longo da linha de plantio. Nas plantas dos dois experimentos, foram coletadas folhas completas (limbo+pecíolo do terço médio dos ramos do ano, nos diferentes lados da planta, secas, moídas e preparadas para a análise dos teores de cálcio, nitrogênio, potássio e magnésio. Na maturação completa, os frutos foram colhidos e determinados a massa, a produção e os teores de cálcio, nitrogênio, potássio e magnésio. Os resultados mostraram que as aplicações foliares de cloreto de cálcio e nitrato de cálcio durante o ciclo produtivo do pessegueiro aumentaram o teor de cálcio na folha. Porém, não afetaram o teor de nitrogênio, potássio e magnésio na folha, o teor de cálcio, nitrogênio, potássio e magnésio no fruto e na produção.Foliar application of

  20. Native arbuscular mycorrhizal symbiosis alters foliar bacterial community composition.

    Science.gov (United States)

    Poosakkannu, Anbu; Nissinen, Riitta; Kytöviita, Minna-Maarit

    2017-11-01

    The effects of arbuscular mycorrhizal (AM) fungi on plant-associated microbes are poorly known. We tested the hypothesis that colonization by an AM fungus affects microbial species richness and microbial community composition of host plant tissues. We grew the grass, Deschampsia flexuosa in a greenhouse with or without the native AM fungus, Claroideoglomus etunicatum. We divided clonally produced tillers into two parts: one inoculated with AM fungus spores and one without AM fungus inoculation (non-mycorrhizal, NM). We characterized bacterial (16S rRNA gene) and fungal communities (internal transcribed spacer region) in surface-sterilized leaf and root plant compartments. AM fungus inoculation did not affect microbial species richness or diversity indices in leaves or roots, but the AM fungus inoculation significantly affected bacterial community composition in leaves. A total of three OTUs in leaves belonging to the phylum Firmicutes positively responded to the presence of the AM fungus in roots. Another six OTUs belonging to the Proteobacteria (Alpha, Beta, and Gamma) and Bacteroidetes were significantly more abundant in NM plants when compared to AM fungus-inoculated plants. Further, there was a significant correlation between plant dry weight and leaf microbial community compositional shift. Also, there was a significant correlation between leaf bacterial community compositional shift and foliar nitrogen content changes due to AM fungus inoculation. The results suggest that AM fungus colonization in roots has a profound effect on plant physiology that is reflected in leaf bacterial community composition.

  1. Incorporation of tritium due to foliar exposure in certain vegetation

    International Nuclear Information System (INIS)

    Iyengar, T.S.; Sadarangani, S.H.; Vaze, P.K.; Soman, S.D.

    1981-01-01

    Tritium uptake, release and incorporation patterns through the foliage of seedlings of certain edible vegetation were investigated, for exposure periods ranging from an hour to about 20 hours. A large number of plants belonging to the family of lettuce (Lactuca sativa L.), cabbage (Brassica Oleracea L.) and capsicum (Capsicum fruitescens L.) were exposed to tritiated air under dynamic and static conditions. The half times for tissue-free-water-tritium (TFWT) were found to be about 46 and 32 minutes for capsicum and lettuce and 45 minutes for cabbage. Tissue-bound-tritium (TBT) in the seedlings and the grown plants showed different incorporation rates as a result of foliar exposure. The relative concentration factors were larger by a factor of ten for TFWT in the leaves of the grown plants than in the shoots of the seedlings. However, tissue-bound-tritium concentration values in the shoots/stems of the young and grown plants were of the same order, as related to the tissue-free-water-tritium concentrations. Thus the study indicates a larger translocation of tritium from aqueous to organic phase in the leaves of the grown plants than in the shoots of young seedlings. (auth.)

  2. Desempenho agronômico de maracujazeiros tratados com produtos alternativos e fertilizantes foliares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keize Pereira Junqueira

    2011-03-01

    Full Text Available A resistência induzida é um método alternativo de controle de doenças. Entretanto, há poucos estudos relacionando o uso destes produtos e outros métodos alternativos à produtividade das plantas e às características físicas e químicas dos frutos. Objetivou-se avaliar a severidade de doenças, as características físicas e químicas de frutos e a produtividade de plantas tratadas com produtos alternativos e fertilizantes foliares. Plantas de maracujazeiro BRS Gigante Amarelo clonadas, em campo, foram submetidas, por um ano, a pulverizações quinzenais com: água (testemunha, Cuprozeb® (fungicida-padrão, acibenzolar-S-metil - ASM, Agro-mos®, fosfito de potássio, fosetyl-Al, gesso agrícola e CPAC-GE (produto em teste. O delineamento foi o em blocos casualizados, com quatro repetições e 20 frutos por repetição. Para o estudo da produtividade, utilizaram-se quatro repetições e seis plantas úteis por parcela. As colheitas ocorreram de novembro/2008 a abril/2009. As severidades foram avaliadas com escala de notas. Houve redução da severidade da virose, verrugose e bacteriose em todos os tratamentos, com exceção do Cuprozeb® para virose. Não foi observada redução da antracnose. Frutos com maior massa fresca foram obtidos com aplicações de gesso agrícola (236,83 g, CPAC-GE (234,10 g, fosetyl-Al ( 233,79 g, fosfito de potássio (230,64 g e Agro-mos® (221,15 g. Os mesmos resultados foram observados para diâmetro transversal e massa de polpa. Não houve diferenças significativas entre tratamentos para diâmetro longitudinal e espessura de casca. Quanto às características químicas dos frutos, com exceção do Cuprozeb®, que não diferiu significativamente da testemunha, todos os produtos proporcionaram incremento no teor de sólidos solúveis. Maior acidez titulável foi obtida com Cuprozeb®, gesso agrícola, Agro-mos®, fosetyl-Al e ASM. Não foi constatada alteração no pH dos frutos. Em relação

  3. Brotação e produção das videiras 'Cabernet Sauvignon' e 'Pinot Noir' submetidas a diferentes concentrações de cianamida hidrogenada Shoot growth and production of Cabernet Sauvignon and Pinot Noir grapevines sprayed with different concentrations of hydrogen cyanamide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilmar Arduino Bettio Marodin

    2006-12-01

    Full Text Available A ausência de frio invernal na videira produz efeitos adversos, como o atraso e desuniformidade de brotação das gemas, dificuldades de manejo fitossanitário, produção escalonada e de baixa qualidade. O trabalho foi realizado no município de Garibaldi, na região da Encosta Superior do Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, com 640 metros de altitude, com objetivo de testar concentrações de cianamida hidrogenada de 0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5% nas cultivares viníferas Cabernet Sauvignon e Pinot Noir. Os melhores resultados para brotação de gemas de vara foram de 1,75 e 2,0 % em 'Cabernet Sauvignon' e 'Pinot Noir', respectivamente. Concentrações superiores a 1,5 % ocasionaram uniformidade de brotação, independentemente do ano. A maior produtividade foi obtida com cianamida.hidrogenada 2,0% nas duas cultivares, com elevação média de cinco ton/ha. Houve maior fertilidade nas gemas de vara do que em esporão. Os aspectos qualitativos das uvas não foram afetados pela cianamida hidrogenada, com exceção do peso médio dos cachos na 'Pinot Noir', na safra de 2004.The lack of chilling for grapevines produces adverse effects such as the delay and unevenness of budburst; difficulties for phytosanitary procedures, extension of the harvesting period and low fruit quality. The work was carried out close to Garibaldi, at an altitude of 640 meters in the region of "Encosta Superior" Northern of the State of Rio Grande do Sul. The objective of this work was to test concentrations of hydrogen Cyanamid varying from 0; 0,5; 1,0; 1,5 ; 2,0 and 2.5% sprayed onto Cabernet Sauvignon and Pinot Noir cultivars. The best shoot growth results were obtained from sprays of 1.75% and 2.0% in Cabernet Sauvignon and Pinot Noir, respectively. Concentrations beyond to 1.5% promoted shoot growth uniformity, independent of the year. The highest productivity was obtained with 2.0% hydrogen Cyanamid in both cultivars, with an average increase of 5 ton/ha. There

  4. Effect of foliar nitrogen and sulphur application on aromatic expression of Vitis vinifera L. cv. Sauvignon blanc

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florian Lacroux

    2008-09-01

    Significance and impact of the study: Vine nitrogen deficiency can negatively impact on grape aroma potential. Soil nitrogen application can increase vine nitrogen status, but it has several drawbacks: it increases vigour and enhances Botrytis susceptibility. This study shows that foliar N and foliar N + S applications can improve vine nitrogen status and enhance aroma expression in Sauvignon blanc wines without the negative impact on vigour and Botrytis susceptibility. Although this study was carried out on Sauvignon blanc vines, it is likely that foliar N or foliar N + S applications will have similar effects on other grapevine varieties containing volatile thiols (Colombard, Riesling, Petit Manseng and Sémillon.

  5. Foliar uptake of cesium from the water column by aquatic macrophytes

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Pinder, J.E. [Savannah River Ecology Laboratory, University of Georgia, Drawer E, Aiken, SC 29801 (United States); Hinton, T.G. [Savannah River Ecology Laboratory, University of Georgia, Drawer E, Aiken, SC 29801 (United States)]. E-mail: thinton@srel.edu; Whicker, F.W. [Department of Environmental and Radiological Health Sciences, Colorado State University, Fort Collins, CO 80523-1618 (United States)

    2006-07-01

    The probable occurrence and rate of foliar absorption of stable cesium ({sup 133}Cs) from the water column by aquatic macrophyte species was analyzed following the addition of {sup 133}Cs into a small reservoir near Aiken, South Carolina, USA. An uptake parameter u (10{sup 3} L kg{sup -1} d{sup -1}) and a loss rate parameter k (d{sup -1}) were estimated for each species using time series of {sup 133}Cs concentrations in the water and plant tissues. Foliar uptake, as indicated by rapid increases in plant concentrations following the {sup 133}Cs addition, occurred in two floating-leaf species, Brasenia schreberi and Nymphaea odorata, and two submerged species, Myriophyllum spicatum and Utricularia inflata. These species had values of u {>=} 0.75 x 10{sup 3} L kg{sup -1} d{sup -1}. Less evidence for foliar uptake was observed in three emergent species, including Typha latifolia. Ratios of u to k for B. schreberi, M. spicatum, N. odorata and U. inflata can be used to estimate concentration ratios (CR) at equilibrium, and these estimates were generally within a factor of 2 of the CR for {sup 137}Cs for these species in the same reservoir. This correspondence suggests that foliar uptake of Cs was the principal absorption mechanism for these species. Assessments of: (1) the prevalence of foliar uptake of potassium, rubidium and Cs isotopes by aquatic macrophytes and (2) the possible importance of foliar uptake of Cs in other lentic systems are made from a review of foliar uptake studies and estimation of comparable u and k values from lake studies involving Cs releases.

  6. Foliar pH as a new plant trait: can it explain variation in foliar chemistry and carbon cycling processes among subarctic plant species and types?

    Science.gov (United States)

    Cornelissen, J H C; Quested, H M; van Logtestijn, R S P; Pérez-Harguindeguy, N; Gwynn-Jones, D; Díaz, S; Callaghan, T V; Press, M C; Aerts, R

    2006-03-01

    Plant traits have become popular as predictors of interspecific variation in important ecosystem properties and processes. Here we introduce foliar pH as a possible new plant trait, and tested whether (1) green leaf pH or leaf litter pH correlates with biochemical and structural foliar traits that are linked to biogeochemical cycling; (2) there is consistent variation in green leaf pH or leaf litter pH among plant types as defined by nutrient uptake mode and higher taxonomy; (3) green leaf pH can predict a significant proportion of variation in leaf digestibility among plant species and types; (4) leaf litter pH can predict a significant proportion of variation in leaf litter decomposability among plant species and types. We found some evidence in support of all four hypotheses for a wide range of species in a subarctic flora, although cryptogams (fern allies and a moss) tended to weaken the patterns by showing relatively poor leaf digestibility or litter decomposability at a given pH. Among seed plant species, green leaf pH itself explained only up to a third of the interspecific variation in leaf digestibility and leaf litter up to a quarter of the interspecific variation in leaf litter decomposability. However, foliar pH substantially improved the power of foliar lignin and/or cellulose concentrations as predictors of these processes when added to regression models as a second variable. When species were aggregated into plant types as defined by higher taxonomy and nutrient uptake mode, green-specific leaf area was a more powerful predictor of digestibility or decomposability than any of the biochemical traits including pH. The usefulness of foliar pH as a new predictive trait, whether or not in combination with other traits, remains to be tested across more plant species, types and biomes, and also in relation to other plant or ecosystem traits and processes.

  7. Contributing factors in foliar uptake of dissolved inorganic nitrogen at leaf level

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Wuyts, Karen, E-mail: karen.wuyts@uantwerpen.be [Laboratory of Environmental and Urban Ecology, Research Group ENdEMIC, Dept. Bioscience Engineering, University of Antwerp, Groenenborgerlaan 171, B-2020 Antwerp (Belgium); Forest and Nature Lab (ForNaLab), Dept. Forest and Water Management, Ghent University, Geraardsbergsesteenweg 267, B-9090 Gontrode-Melle (Belgium); Adriaenssens, Sandy, E-mail: adriaenssens@irceline.be [Belgian Interregional Environment Agency (IRCEL-CELINE), Kunstlaan 10–11, B-1210 Brussels (Belgium); Staelens, Jeroen, E-mail: jeroen_staelens@yahoo.com [Flemish Environment Agency (VMM), Kronenburgstraat 45, B-2000 Antwerp (Belgium); Wuytack, Tatiana, E-mail: tatiana.wuytack@uantwerpen.be [Laboratory of Environmental and Urban Ecology, Research Group ENdEMIC, Dept. Bioscience Engineering, University of Antwerp, Groenenborgerlaan 171, B-2020 Antwerp (Belgium); Van Wittenberghe, Shari, E-mail: shari.vanwittenberghe@uantwerpen.be [Laboratory of Environmental and Urban Ecology, Research Group ENdEMIC, Dept. Bioscience Engineering, University of Antwerp, Groenenborgerlaan 171, B-2020 Antwerp (Belgium); Boeckx, Pascal, E-mail: pascal.boeckx@ugent.be [Isotope Bioscience Laboratory (ISOFYS), Dept. Applied Analytical and Physical Chemistry, Ghent University, Coupure Links 653, B-9000 Ghent (Belgium); Samson, Roeland, E-mail: roeland.samson@uantwerpen.be [Laboratory of Environmental and Urban Ecology, Research Group ENdEMIC, Dept. Bioscience Engineering, University of Antwerp, Groenenborgerlaan 171, B-2020 Antwerp (Belgium); Verheyen, Kris, E-mail: kris.verheyen@ugent.be [Forest and Nature Lab (ForNaLab), Dept. Forest and Water Management, Ghent University, Geraardsbergsesteenweg 267, B-9090 Gontrode-Melle (Belgium)

    2015-02-01

    We investigated the influence of leaf traits, rainwater chemistry, and pedospheric nitrogen (N) fertilisation on the aqueous uptake of inorganic N by physiologically active tree leaves. Leaves of juvenile silver birch and European beech trees, supplied with NH{sub 4}NO{sub 3} to the soil at rates from 0 to 200 kg N ha{sup −1} y{sup −1}, were individually exposed to 100 μl of artificial rainwater containing {sup 15}NH{sub 4}{sup +} or {sup 15}NO{sub 3}{sup −} at two concentration levels for one hour. In the next vegetative period, the experiment was repeated with NH{sub 4}{sup +} at the highest concentration only. The N form and the N concentration in the applied rainwater and, to a lesser extent, the pedospheric N treatment and the leaf traits affected the aqueous foliar N uptake. The foliar uptake of NH{sub 4}{sup +} by birch increased when leaves were more wettable. High leaf N concentration and leaf mass per area enhanced the foliar N uptake, and NO{sub 3}{sup −} uptake in particular, by birch. Variation in the foliar N uptake by the beech trees could not be explained by the leaf traits considered. In the first experiment, N fertilisation stimulated the foliar N uptake in both species, which was on average 1.42–1.78 times higher at the highest soil N dose than at the zero dose. However, data variability was high and the effect was not appreciable in the second experiment. Our data suggest that next to rainwater chemistry (N form and concentration) also forest N status could play a role in the partitioning of N entering the ecosystem through the soil and the canopy. Models of canopy uptake of aqueous N at the leaf level should take account of leaf traits such as wettability and N concentration. - Highlights: • Foliar uptake of dissolved inorganic nitrogen (N) by potted trees was studied. • Leaves were individually exposed to rainwater drops containing {sup 15}NH{sub 4}{sup +} or {sup 15}NO{sub 3}{sup −}. • Foliar N uptake efficiency depended on

  8. Herbage Production and Quality of Shrub Indigofera Treated by Different Concentration of Foliar Fertilizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. Abdullah

    2010-12-01

    Full Text Available A field experiment on fodder legume Indigofera sp. was conducted to investigate the effects of foliar fertilizer concentration on forage yield and quality, and to identify optimum concentrations among the fertilizer treatments on herbage yield, chemical composition (CP, NDF, ADF, minerals, and in vitro dry matter (IVDMD as wll as organic matter (IVOMD digestibility in goat’s rumen. Randomized block design was used for the six concentration of fertilizer treatments; control, 10, 20, 30, 40, and 50 g/10 l with 3 replicates. Leaves were sprayed with foliar fertilizer at 30, 34, 38, and 42 days after harvest. Samples were collected at 2 harvest times with 60 days cutting interval. Application of the foliar fertilizer up to 30 g/10 l significantly increased herbage DM yield, twig numbers, tannin, saponin, Ca and P content, as well as herbage digestibility (IVDMD and IVOMD. The lower and higher concentration of foliar fertilizer resulted in lower value of those parameters, but NDF and ADF contents had the opposite patterns. The optimum level of foliar fertilizer that resulted the highest herbage yield and quality was 30 g/10 l, and the highest in vitro digestibility and Ca concentration was 20 g/10 l.

  9. Effect of foliar fertilizer and fungicidal protection against leaf spot diseases on winter wheat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agnieszka Mączyńska

    2012-12-01

    Full Text Available Field experiments were carried out in the seasons 2000/2001 and 2001/2002 in Plant Protection Institute, Sooenicowice Branch to assess the influence of foliar fertilizers such as Ekolist PK 1, Ekolist Mg, Mikrosol Z and Urea on healthiness of winter wheat. Foliar fertilizers were mixed with fungicides. The fungicides were applied at full or half recommended doses. The effect of the disease on wheat leaves was evaluated three times in each vegetation season. Remaining green leaf area (GLA of leaves was also determined. GLA of the leaves F-1 was not significantly different for each combination with different fertilization and different levels of chemical treatment. The application of foliar fertilizer only had no effect on green leaf area (GLA. The results indicate that foliar fertilization of all experimental plots improved leaf condition and therefore halted the development of wheat leaf diseases. The increases of 1000 grain mass and yield was high for each plot where a fertilizer and a full or half dose of a fungicide was applied. Foliar fertilizing with no chemical control had no proven effect on studied parameters.

  10. variability in foliar phenolic composition of several quercus species in northern mexico

    International Nuclear Information System (INIS)

    Salazar, J.A.A.; Antuna, E.M.; Abarca, N.A.; Alvarado, E.A.D.

    2015-01-01

    Quantitative and qualitative composition of the foliar phenolic compounds were investigated in 81 individual specimens of several white oak species (Quercus spp.). The trees were growing in twelve locations in Durango, Mexico. The phenol profiles were determined by HPLC-DAD and a Folin-Ciocateuprocedure. The results revealed that: (i) the foliar phenol profiles of all species analysed were complex and formed by 6 to 30 compounds, (ii) the flavonols mostly quercetin glycoside, isorhamnetin glycoside, kaempferol glycoside and phenolic acids were the main identified compounds, (iii) there was a high intra and inter-specific variability in the foliar phenol profiles both at the quantitative and qualitative levels, and (iv) the foliar phenol profiles indicated a slight species-specific tendency for phenols to be accumulated, although this was not clearly distinguished. Significant differences (P < 0.05) in the content and composition of the foliar flavonoids between species were observed due to the large environmental and soil conditions variability between localities. (author)

  11. Coping with gravity: the foliar water relations of giant sequoia.

    Science.gov (United States)

    Williams, Cameron B; Reese Næsborg, Rikke; Dawson, Todd E

    2017-10-01

    In tall trees, the mechanisms by which foliage maintains sufficient turgor pressure and water content against height-related constraints remain poorly understood. Pressure-volume curves generated from leafy shoots collected crown-wide from 12 large Sequoiadendron giganteum (Lindley) J. Buchholz (giant sequoia) trees provided mechanistic insights into how the components of water potential vary with height in tree and over time. The turgor loss point (TLP) decreased with height at a rate indistinguishable from the gravitational potential gradient and was controlled by changes in tissue osmotica. For all measured shoots, total relative water content at the TLP remained above 75%. This high value has been suggested to help leaves avoid precipitous declines in leaf-level physiological function, and in giant sequoia was controlled by both tissue elasticity and the balance of water between apoplasm and symplasm. Hydraulic capacitance decreased only slightly with height, but importantly this parameter was nearly double in value to that reported for other tree species. Total water storage capacity also decreased with height, but this trend essentially disappeared when considering only water available within the typical range of water potentials experienced by giant sequoia. From summer to fall measurement periods we did not observe osmotic adjustment that would depress the TLP. Instead we observed a proportional shift of water into less mobile apoplastic compartments leading to a reduction in hydraulic capacitance. This collection of foliar traits allows giant sequoia to routinely, but safely, operate close to its TLP, and suggests that gravity plays a major role in the water relations of Earth's largest tree species. © The Author 2017. Published by Oxford University Press. All rights reserved. For Permissions, please email: journals.permissions@oup.com.

  12. Concentração foliar de manganês e zinco em laranjeiras adubadas com óxidos e carbonatos via foliar Leaf concentrations of manganese and zinc in the orange fertilized via foliar application with oxides and carbonates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro José Grava de Godoy

    2013-09-01

    Full Text Available Dentre os micronutrientes, o Zn e o Mn limitam a produção dos citros, no Brasil. A aplicação foliar tem sido a forma tradicional de fornecimento, contudo, a eficiência desta adubação depende de uma série de fatores, entre eles o tipo de fertilizante. Foram realizados dois experimentos em pomar com laranjeiras Pêra, enxertadas em limão cravo, com sete anos de idade, em Botucatu, SP. No primeiro experimento foram avaliadas três fontes de Mn via foliar: carbonato de manganês A, carbonato de manganês B e sulfato manganoso, em duas doses para cada fertilizante, correspondente a 250 e 500 g ha-1 de Mn, mais o controle, pulverizado somente com água. No segundo experimento foram testadas três fontes de Zn para aplicação foliar: óxido de zinco A, óxido de zinco B e sulfato de zinco, em duas doses para cada fertilizante, correspondente a 375 e 750 g ha-1 de Zn, mais o controle. As amostragens de folhas foram realizadas mensalmente, iniciando aos 30 dias após aplicação dos tratamentos. A aplicação foliar com carbonato de manganês B, na dose de 500 g ha-1 Mn, e com óxido de zinco B, na dose de 750 g ha-1, proporcionaram, respectivamente, níveis nutricionais adequados de Mn e Zn nas folhas de laranjeira. Na ausência de chuvas, os teores adequados de Mn e Zn no solo, não permitem suprir satisfatoriamente as laranjeiras Pêra enxertadas em limoeiro cravo.Among micronutrients, Zn and Mn limit the production of citrus in Brazil. Foliar application has been the traditional form of supply, however the efficiency of this type of fertilization depends on a number of factors, including the type of fertilizer used. Two experiments were conducted in an orchard of seven year old Pêra orange, grafted onto Rangpur lime, in Botucatu, São Paulo. In the first experiment three sources of Mn, applied via foliar application, were evaluated: manganese carbonate A, manganese carbonate B and manganese sulphate, at two rates per fertilizer

  13. Desempenho vitivinícola da Cabernet Sauvignon sobre diferentes porta-enxertos em região de altitude de Santa Catarina Viticultural performance of cabernet sauvignon grafted on different rootstocks in high altitude regions of Santa Catarina state

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Fontanella Brighenti

    2011-03-01

    Full Text Available Apesar de os porta-enxertos serem usados primariamente como uma forma de resistência a pragas, eles são uma ligação entre o solo e a copa, e desempenham um papel importante na adaptação da videira a fatores ambientais. O objetivo deste trabalho foi avaliar três porta-enxertos e dois sistemas de condução na produtividade do vinhedo, no crescimento da copa e nas características físicas dos frutos. O experimento foi conduzido em um vinhedo experimental da Epagri - Estação Experimental de São Joaquim, localizada no município de Painel (28°01'02"S e 50°08'57"O, altitude 1.200 m. O trabalho foi executado com a cultivar Cabernet Sauvignon, enxertada sobre Paulsen 1.103 (Vitis berlandieri x Vitis rupestris, Couderc 3309 (Vitis riparia x Vitis rupestris e 1.014-14 Mgt (Vitis riparia x Vitis rupestris, em dois sistemas de condução, espaldeira e manjedoura, com cinco anos de idade, no espaçamento de 3,0 x 1,5 m. O experimento foi avaliado nas safras de 2007/08 e 2008/09. Os tratamentos porta-enxerto e sistema de condução foram arranjados em um fatorial (3 x 2. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, com quatro blocos e 20 plantas por parcela. Foram avaliados a área foliar, a produtividade médias das plantas, o índice de Ravaz, o peso de material podado, o peso de cachos, peso de 50 bagas, o número de bagas por cacho, o diâmetro das bagas, os teores de sólidos solúveis, a acidez total, o pH, os teores de antocianinas, o índice de polifenóis totais e os taninos. Plantas enxertadas em Paulsen 1103 apresentaram as menores produtividades e as maiores áreas foliares. 3.309C é o porta-enxerto menos vigoroso e interfere de maneira positiva na frutificação efetiva, pois produz maior número de bagas por cacho e bagas mais pesadas. Os porta-enxertos 1.103P e 101-14 Mgt, apresentam os melhores resultados para antocianinas.Rootstocks are a link between the soil and the scion, they play an important role in vine adaptation

  14. Efeito de variáveis ambientais, épocas e métodos de plantio na intensidade da seca da haste (Botrytis cinerea em Hibiscus sabdariffa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto de Oliveira

    2011-06-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou avaliar o efeito da temperatura (15, 20, 25 e 30ºC, do período de molhamento foliar (0, 6, 12 e 24 h, de épocas (setembro, outubro, novembro e dezembro e métodos de plantio (semeadura direta e transplantio de mudas, na intensidade da seca da haste (Botrytis cinerea do hibisco (Hibiscus sabdariffa. As variáveis ambientais foram avaliadas em condições controladas com inoculação artificial e as épocas e métodos de plantio foram avaliados em condições de infecção natural em campo. Os dados de frequência de infecção analisados, como área abaixo da curva de progresso da frequência de infecção (AACPF e comprimento de lesões relacionados às variáveis ambientais, foram submetidos à análise de variância e regressão e, em seguida, plotadas as superfícies de resposta. Os dados de incidência (AACPI relacionados às épocas e métodos de plantio foram submetidos à análise de variância, utilizando-se o programa estatístico Sisvarâ/UFLA. A interação da temperatura e da duração do período de molhamento foliar influenciou a frequência de infecção e o comprimento de lesões da seca da haste. Houve aumento na frequência de infecção e no comprimento de lesões com o incremento do período de molhamento foliar e redução da temperatura. As lesões apresentaram maior tamanho na temperatura de 15ºC e 24 horas de molhamento foliar. Na ausência de molhamento foliar houve manifestação de sintomas somente a 15ºC. A 30ºC houve dependência de maior período de molhamento foliar para a manifestação de sintomas. Houve interação significativa de métodos e épocas de plantio na incidência da doença. Constatou-se menor incidência da seca da haste em transplantio de mudas comparado à semeadura direta em todas as épocas de plantio. Verificou-se aumento da incidência proporcionado pelo atraso na época de plantio nos dois métodos. Registrou-se uma relação direta entre queda de

  15. Soil and leaf fertilization of lettuce crop with cow urine Fertilização com urina de vaca em alface via solo e foliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Licínio C de Oliveira

    2009-12-01

    urina de vaca sobre o crescimento e produção da alface em experimento conduzido de 13 de janeiro de 2006 a 22 de março de 2006, com a cv. Regina 2000. O experimento foi constituído de 12 tratamentos, em esquema de parcelas subdivididas, delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Nas parcelas foram alocadas as aplicações das soluções de urina (solo e foliar e, nas subparcelas, as concentrações (0,00; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 1,25%. A subparcela foi constituída por quatro fileiras de 1,75 m, espaçamento de 0,25 x 0,25 m e consideraram-se, como úteis, as seis plantas centrais das duas fileiras centrais. Na colheita foram avaliados a massa da matéria fresca (MFF e seca de folhas (MSF; massa da matéria fresca (MFC e seca de caule (MSC; comprimento de caule (CC; massa da matéria fresca (MFR e seca de raízes (MSR; massa da matéria fresca (MFCA e seca da cabeça (MSCA e produtividade comercial (PROD. Exceto a MSR, que diminuiu e MSC e MFR que não foram alteradas na aplicação via foliar, as demais características avaliadas apresentaram incremento às concentrações aplicadas. Maior produtividade de cabeça foi obtida com concentrações de 1,25% (17,0 t ha-1 aplicada via foliar e de 1,01% (14,9 t ha-1 aplicada via solo correspondendo, respectivamente, a aumentos em produtividade de 28,1% e de 47,3%, comparados à testemunha. A aplicação foliar, comparada via solo, proporcionou maior MFF (0,50 e 1,25%, CC (0,50; 0,75 e 1,25%, MFC e MFR (0,5%, MFCA e PROD (0,50 e 1,25% e menores MSC e MFR (1,25% e MSR (1,0 e 1,25%. Sugere-se, no cultivo da alface, a aplicação das doses de solução de urina às concentrações de 1,25% via foliar ou de 1,0%, via solos.

  16. Effects of ozone on the foliar histology of the mastic plant (Pistacia lentiscus L.)

    International Nuclear Information System (INIS)

    Reig-Arminana, J.; Calatayud, V.; Cervero, J.; Garcia-Breijo, F.J.; Ibars, A.; Sanz, M.J.

    2004-01-01

    An open-top chamber study was conducted to investigate the tissue and cellular-level foliar effects of ozone (O 3 ) on a Mediterranean evergreen species, the mastic plant (Pistacia lentiscus L.). Plants were exposed at three different O 3 levels, and leaf samples were collected periodically from the beginning of the exposure. Although no visible foliar injury was evident, alterations of the plastids and vacuoles in the mesophyll were observed. Senescence processes were accelerated with an anomalous stacking of tannin vacuoles, and a reduction in the size and number of the chloroplasts. Overall, most of the modifications induced by O 3 were consistent with previously reported observations on deciduous broadleaf species, with the exception of alterations in the cells covering the secretory channels, reported here as a new finding. Comments on the feasibility of using microscopy to validate O 3 related field observations and subtle foliar injury are also given

  17. Purple Phototrophic Bacterium Enhances Stevioside Yield by Stevia rebaudiana Bertoni via Foliar Spray and Rhizosphere Irrigation

    Science.gov (United States)

    Wu, Jing; Wang, Yiming; Lin, Xiangui

    2013-01-01

    This study was conducted to compare the effects of foliar spray and rhizosphere irrigation with purple phototrophic bacteria (PPB) on growth and stevioside (ST) yield of Stevia. rebaudiana. The S. rebaudiana plants were treated by foliar spray, rhizosphere irrigation, and spray plus irrigation with PPB for 10 days, respectively. All treatments enhanced growth of S. rebaudiana, and the foliar method was more efficient than irrigation. Spraying combined with irrigation increased the ST yield plant -1 by 69.2% as compared to the control. The soil dehydrogenase activity, S. rebaudiana shoot biomass, chlorophyll content in new leaves, and soluble sugar in old leaves were affected significantly by S+I treatment, too. The PPB probably works in the rhizosphere by activating the metabolic activity of soil bacteria, and on leaves by excreting phytohormones or enhancing the activity of phyllosphere microorganisms. PMID:23825677

  18. Effects of ozone on the foliar histology of the mastic plant (Pistacia lentiscus L.)

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Reig-Arminana, J.; Calatayud, V.; Cervero, J.; Garcia-Breijo, F.J.; Ibars, A.; Sanz, M.J

    2004-11-01

    An open-top chamber study was conducted to investigate the tissue and cellular-level foliar effects of ozone (O{sub 3}) on a Mediterranean evergreen species, the mastic plant (Pistacia lentiscus L.). Plants were exposed at three different O{sub 3} levels, and leaf samples were collected periodically from the beginning of the exposure. Although no visible foliar injury was evident, alterations of the plastids and vacuoles in the mesophyll were observed. Senescence processes were accelerated with an anomalous stacking of tannin vacuoles, and a reduction in the size and number of the chloroplasts. Overall, most of the modifications induced by O{sub 3} were consistent with previously reported observations on deciduous broadleaf species, with the exception of alterations in the cells covering the secretory channels, reported here as a new finding. Comments on the feasibility of using microscopy to validate O{sub 3} related field observations and subtle foliar injury are also given.

  19. Foliar retention, transport and leaching of polonium-210 and lead-210

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Athalye, V V; Mistry, K B

    1972-01-01

    Polonium-210 and lead-210, the long-lived daughter radionuclides of gaseous radon-222, are deposited on plant surfaces under conditions of atmospheric washout. Foliar retention, transport and leaching of these radionuclides in Red Kidney beans were investigated in nutrient culture experiments. Under identical conditions, over 90 percent of foliar applied radiolead was retained by the plant while only about 30 percent of polonium was retained. Over a 48-hr period small quantities of polonium were translocated from the treated leaflet to other parts of the plant. By comparison, radiolead was totally immobilized at the site of retention. Leachability of root absorbed radiolead from bean leaves was 20-fold greater than that of polonium. The marked differences in the extent of foliar retention, translocation and leaching of polonium and radiolead could significantly affect the levels of these long-lived radionuclides attained in plants.

  20. Improving Tolerance of Faba Bean during Early Growth Stages to Salinity through Micronutrients Foliar Spray

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mohamed M. EL FOULY

    2010-06-01

    Full Text Available Salinity, either of soil or of irrigation water, causes disturbances in plant growth and nutrient balance. Previous work indicates that applying nutrients by foliar application increases tolerance to salinity. A pot experiment with three replicates was carried out in the green house of NRC, Cairo, Egypt, to study the effect of micronutrients foliar application on salt tolerance of faba bean. Two concentrations of a micronutrient compound (0.1% and 0.15% were sprayed in two different treatments prior to or after the salinity treatments. Levels of NaCl (0.00-1000-2000-5000 ppm were supplied to irrigation water. Results indicated that 2000 and 5000 ppm NaCl inhibited growth and nutrient uptake. Spraying micronutrients could restore the negative effect of salinity on dry weight and nutrients uptake, when sprayed either before or after the salinity treatments. It is suggested that micronutrient foliar sprays could be used to improve plant tolerance to salinity.

  1. Colonização de macroinvertebrados bentônicos em detritos foliares em um riacho de primeira ordem na Floresta Atlântica do nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iris Gabrielly Arruda dos Santos

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar a colonização de macroinvertebrados bentônicos em detritos foliares de Inga ingoides (Leguminosae em experimentos de campo em um riacho de primeira ordem da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco no nordeste do Brasil. Um total de 270 bolsas de folhiço, distribuídas em três trechos do riacho com características similares em relação à morfologia e parâmetros físicos e químicos da água foram submersas, entre fevereiro a julho de 2013 e retiradas após 7, 30, 60, 90 e 120 dias. Dois tratamentos foram utilizados: colonização e exclusão da macrofauna. O percentual de biomassa remanescente final (%R foi maior para bolsas de colonização do que para as de exclusão, evidenciando a efetiva participação dos macroinvertebrados no processo de decomposição. Os fragmentadores apresentaram menor participação no processo de decomposição foliar de I. ingoides, sendo Tripletides (Trichoptera: Leptoceridae, Polypedillum e Stenochironomus (Diptera, Chironomidae os táxons predominantes na macrofauna. Filtrador foi o grupo trófico funcional predominante (45,6%, seguido por predador (31,2%, coletor (11,8%, raspador (6,7% e fragmentador (4,8%.

  2. A study of the wet deposit and foliar uptake of iodine and strontium on rye-grass and clover

    International Nuclear Information System (INIS)

    Angeletti, Livio; Levi, Emilio; Commission of the European Communities, Ispra

    1977-12-01

    Foliar uptake of iodine and strontium by rye-grass and clover was studied as a function of aspersion intensities. At the same time, the contribution of root sorption to foliar uptake was measured. The effective half-lives of radionuclides of standing and harvested grass were also determined together with their uptake under the action of demineralized water aspersion [fr

  3. The Effect of Zinc Sulfate Different Amount Soil and Foliar Application on Correlated Grain Characters in Sweet Corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Mahmoodi,

    2013-06-01

    Full Text Available This research was conducted to evaluate the effects different concentrations of zinc sulfate applications at different growth stages on sweet corn at the Research Station of Faculty of Agriculture in Islamic Azad University, Tabriz branch in 2012. The study was conducted in split plot experiment based on Randomized Complete Block Design with three replications. Treatments were seven levels of zinc sulfate application methods: (control, soil application, foliar application at 6-8 leaf growth stage, tasseling, grain filling stage, foliar application at three stages, soil application with foliar application at three stages as main plot, three levels of foliar and soil application of zinc sulfate: (0.003, 0.005 and 0.007 for foliar application and 15, 25 and 35 kg/ha for soil application as sub plot. Results showed that the highest grain yield correlated characters were obtained in foliar application at three stages and soil application with foliar application at three stages. In these conditions increasing of dry grain yield and ear were more than 50%. The higher values for grain production were obtained in Zn foliar application with 0.005 concentration (25 kg/ha soil application. Zinc sulfate increased Zn content of grains produced more than 100%. Thus, using Zn not only increases sweet corn grain and ear yield but also increased quality of products.

  4. Avaliação de híbridos de videira destinados à elaboração de vinhos brancos em Caldas, Minas Gerais Agronomic characterisation of grapevine hybrids destined to white wine vinification grown in Caldas, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murilo de Albuquerque Regina

    2006-08-01

    Full Text Available A avaliação do comportamento de novas cultivares de videiras destinadas à elaboração de vinhos é importante no sentido de se melhorar a qualidade dos vinhos produzidos no sul de Minas Gerais. Neste sentido, avaliaram-se alguns híbridos de videiras tradicionais e de novas obtenções, nas condições de cultivo de Caldas, Minas Gerais. Foram avaliadas oito cultivares, enxertadas sobre o porta-enxerto RR 101-14, conduzidas em espaldeira. As avaliações foram efetuadas no período de 1999 a 2002 e constituíram-se de anotações dos estádios fenológicos de brotação, floração e maturação, da produção e qualidade dos frutos, além da incidência de antracnose e míldio. O ciclo entre brotação e colheita oscilou entre 147 e 169 dias, destacando 'Seyve Villard 5276' como o ciclo de menor duração e 'Seibel 10173' como o ciclo mais longo. As colheitas mais precoces foram 'G 159 OC 32258', 'G 159 OC 32458' e 'Seyve Villard 5276', enquanto as mais tardias foram as variedades 'Moscato Embrapa' e 'Baco blanc'. As maiores produções foram registradas para 'Couderc 13' (10,31 kg.pl-1, 'Baco blanc' (9,02 kg.pl-1, 'Moscato Embrapa' (7,66 kg.pl-1 e 'Villenave' (5,66 kg.pl-1 e as menores para 'G 159 OC 32258' (2,97 kg.pl-1 e 'Seibel 10173' (3,20 kg.pl-1. Os índices médios de sólidos solúveis totais oscilaram entre 14,63 e 19,23 ºBrix, respectivamente, para as cultivares 'Couderc 13' e 'G 159 OC 32258', e os valores de acidez total variaram de 91,7 meq.L-1 a 153,2 meq.L-1, respectivamente, para as cultivares 'Baco blanc' e 'Seibel 10173'.Environmental conditions and growing practices determine the vine's quality. The knowledge of new grapevine's cultivars responses to these factors within the growing season contributes to improve the quality of the wines produced in a specific region. Thus, traditional grapevines hybrids and new attainments were evaluated in Caldas, Minas Gerais conditions. The study was carried out from 1999 to 2002

  5. Risco de geada e duração dos subperíodos fenológicos da 'Cabernet Sauvignon' na região da Campanha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel F. Brixner

    2014-02-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, identificar os períodos com maior risco de formação de geada e avaliar as alterações quanto à duração do ciclo fenológico da videira 'Cabernet Sauvignon', estimados com base na disponibilidade térmica de Alegrete, Bagé, Quaraí, São Gabriel, Santana do Livramento e Uruguaiana, localizados na região da Campanha do Rio Grande do Sul. Foram utilizados dados meteorológicos, como temperatura máxima e mínima do ar para o período de 1961 a 2010. Para determinar o risco de formação de geada foi considerada condição favorável a formação quando a temperatura mínima fosse menor ou igual a 3 °C. Para determinar o comportamento fenológico da cultivar Cabernet Sauvignon foi realizado o somatório de graus-dia abrangendo o período de 1/agosto a 10/outubro como início de brotação. Verifica-se que, no início de setembro, Uruguaiana e São Gabriel apresentam baixo risco de formação de geada, a nível de 0,05, enquanto para Alegrete, Bagé, Quaraí e Santana do Livramento para este nível a última data ocorre no início de outubro. Quanto aos subperíodos de desenvolvimento da 'Cabernet Sauvignon' é possível observar variações no número total de dias em relação às épocas de brotação, bem como entre os municípios da Campanha.

  6. Relação entre concentrações foliares de carboidratos solúveis totais e tolerância ao frio em diferentes espécies de Eucalyptus spp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mireli Moura Pitz Floriani

    2013-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/198050988450O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da rustificação sobre a tolerância ao frio em Eucalyptus dunnii Maiden, Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage, Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden e Eucalyptus saligna Sm., através da quantificação dos teores foliares de carboidratos solúveis totais e de prolina. Mudas das quatro espécies (com três meses de idade e cerca de 50 cm de altura foram submetidas a dois períodos de rustificação (0 e 21 dias de exposição a temperaturas diurnas de 5 ºC e noturnas de 1 ºC, com fotoperíodo controlado de 12 horas. Ao final de cada período de rustificação, as mudas foram submetidas durante 3 horas a três gradientes de temperatura abaixo de zero (-2 ºC, -5 ºC e -8 ºC. Foram feitas avaliações das concentrações foliares de carboidratos solúveis totais e de prolina, da temperatura letal de 50 % (TL50 e do índice de dano ao frio. Não foi identificada a presença de prolina nos tecidos foliares das espécies avaliadas. No entanto, em mudas não rustificadas, observou-se diferenças entre as espécies quanto à concentração foliar de carboidratos, sendo maior em Eucalyptus benthamii, intermediária em Eucalyptus dunnii e Eucalyptus grandis, e menor em Eucalyptus saligna. A rustificação causou um aumento na concentração foliar de carboidratos de 2,9; 2,5; 2,8 e 1,3 vezes em Eucalyptus dunnii, Eucalyptus benthamii, Eucalyptus saligna e Eucalyptus grandis, respectivamente. Em mudas que não foram submetidas à rustificação, a TL50 foi mais baixa em Eucalyptus benthamii, intermediária em Eucalyptus dunnii e Eucalyptus grandis, e mais alta em Eucalyptus saligna. No entanto, com a rustificação das plantas não houve diferenças entre as espécies quanto à TL50. Observou-se que a TL50 diminuiu com a rustificação, exceto no Eucalyptus benthamii. Houve correlação negativa entre a concentração foliar de carboidratos solúveis totais e a TL50

  7. Vegetation Indices for Mapping Canopy Foliar Nitrogen in a Mixed Temperate Forest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zhihui Wang

    2016-06-01

    Full Text Available Hyperspectral remote sensing serves as an effective tool for estimating foliar nitrogen using a variety of techniques. Vegetation indices (VIs are a simple means of retrieving foliar nitrogen. Despite their popularity, few studies have been conducted to examine the utility of VIs for mapping canopy foliar nitrogen in a mixed forest context. In this study, we assessed the performance of 32 vegetation indices derived from HySpex airborne hyperspectral images for estimating canopy mass-based foliar nitrogen concentration (%N in the Bavarian Forest National Park. The partial least squares regression (PLSR was performed for comparison. These vegetation indices were classified into three categories that are mostly correlated to nitrogen, chlorophyll, and structural properties such as leaf area index (LAI. %N was destructively measured in 26 broadleaf, needle leaf, and mixed stand plots to represent the different species and canopy structure. The canopy foliar %N is defined as the plot-level mean foliar %N of all species weighted by species canopy foliar mass fraction. Our results showed that the variance of canopy foliar %N is mainly explained by functional type and species composition. The normalized difference nitrogen index (NDNI produced the most accurate estimation of %N (R2CV = 0.79, RMSECV = 0.26. A comparable estimation of %N was obtained by the chlorophyll index Boochs2 (R2CV = 0.76, RMSECV = 0.27. In addition, the mean NIR reflectance (800–850 nm, representing canopy structural properties, also achieved a good accuracy in %N estimation (R2CV = 0.73, RMSECV = 0.30. The PLSR model provided a less accurate estimation of %N (R2CV = 0.69, RMSECV = 0.32. We argue that the good performance of all three categories of vegetation indices in %N estimation can be attributed to the synergy among plant traits (i.e., canopy structure, leaf chemical and optical properties while these traits may converge across plant species for evolutionary reasons. Our

  8. Influência do dióxido de enxofre e cultivares de videira na formação de alguns compostos voláteis e na qualidade sensorial do destilado de vinho Influence of sulfur dioxide and grape varieties at the formation of some volatile compounds and at the sensory quality of the wine distillate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio SALTON

    2000-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o efeito do SO2 e das cultivares de videira - Herbemont, Couderc 13, Trebbiano e Isabel - na composição química e na qualidade sensorial do destilado de vinho, efetuaram-se microvinificações e posterior destilação dos vinhos na safra de 1996. As análises dos compostos voláteis foram feitas através de cromatografia gasosa e a avaliação sensorial dos destilados foi efetuada pelo grupo de degustação da Embrapa Uva e Vinho. Os resultados mostraram que o SO2 favoreceu a formação de etanal nas cultivares estudadas. Observou-se também um aumento na soma dos álcoois superiores em função do SO2, exceto para o destilado da cv. Isabel. Constatou-se que o destilado de Isabel se caracterizou por apresentar teor mais elevado de metanol e mais baixo de 1-propanol, possivelmente devido ao sistema de vinificação. O destilado de Isabel, juntamente com o de Couderc 13, apresentou teores mais baixos de 2-metil-1-propanol, 3-metil-1-butanol e da soma dos álcoois superiores. O destilado de Trebbiano apresentou teor mais elevado de 2-metil-1-propanol e juntamente com o de Herbemont teores mais elevados de 1-propanol, 2-metil-1-butanol, 3-metil-1-butanol e na soma dos álcoois superiores. A avaliação sensorial evidenciou que o SO2 influenciou na qualidade de aroma, no gosto agradável e na qualidade geral dos destilados das cultivares Herbemont e Trebbiano. O de Herbemont se caracterizou por apresentar menor qualidade de aroma, gosto agradável, tipicidade e qualidade geral. Apresentou, ainda, nota mais elevada para aroma e gosto indesejáveis.With the aim of studying the influence of SO2 and grape varieties - Herbemont, Couderc 13, Trebbiano and Isabella, on the chemical composition and sensory quality of wine distillates, some microvinification and posterior distillation of wines were made, at the harvest of 1996. The analyses of volatile components were made through gas chromatography and the sensory evaluation of

  9. Patrones de arquitectura foliar en la subtribu Conceveibinae (Euphorbiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murillo Aldana José Carmelo

    2001-07-01

    Full Text Available The leaf architecture of the species ofthe subtribe Conceveibinae is of great taxonomic value. The pattern of the secondary venation, the number of tertiary veins and the development, arrangement and forms of the areolations are the most useful characters to separate species or groups of species. The areolation is important to separate the sections; in the sect. Gavarretia has imperfect development, while the sect. Conceveiba is incomplete or developed. Venation in Conceveiba is pinnate craspedodromous or pinnate semicraspedodromous, except for C. martiana, C. ptariana, C. maynasensis, and C. pleiostemona where it is actinodromous. The number of pairs of secondary veins is usually less than 10. The tertiary venation is percurrent and frequently oblique. The marginal venation is looped and there are not  intersecondary veins. The largest venation order is between 5° and 7°; in general the veins of 4° and 5° orders are orthogonal. The results ofthis study support as well as inc1usion of Gavarretia and Polyandra in Conceveiba, and the separation of the sections Conceveiba and Gavarretia.La arquitectura foliar de las especies de la subtribu Conceveibinae es de gran valor taxonómico. El patrón de la venación secundaria, el número de venas terciarias y el desarrollo, el arreglo y la forma de las aréolas están entre los caracteres más útiles para separar especies o grupos de especies. Las aréolas tienen importancia para separar las secciones; en la sección Gavarretia tienen desarrollo imperfecto, en tanto que en la sección Conceveiba son incompletas o bien desarrolladas. La venación de las especies de Conceveiba es pinnada craspedódroma b pinnada semicraspedódroma, con excepción de C. martiana, C. maynasensis, C. ptariana y C. pleiostemona en las que es actinódroma. El número de pares de venas secundarias usualmente es menor de 10. La venación terciaria es percurrente y frecuentemente oblicua. La venación marginal es areolada y

  10. Anatomia foliar de microtomateiros fitocromo-mutantes e ultra-estrutura de cloroplastos Leaf anatomy of micro-tomato phytochrome-mutants and chloroplast ultra-structure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hyrandir Cabral de Melo

    2011-02-01

    Full Text Available Plantas fitocromo-mutantes têm sido utilizadas com o intuito de caracterizar isoladamente, dentre os demais fotorreceptores, a ação dos fitocromos sobre eventos ligados à fotomorfogênese. Raros são os estudos que relatam a ação dos fitocromos sobre aspectos estruturais, embora sejam fundamentais à compreensão do desenvolvimento das plantas. Neste trabalho, objetivou-se analisar características ultraestruturais de cloroplastos e aspectos anatômicos foliares dos microtomateiros (Solanum lycopersicum L. cv. Micro-Tom fitocromo-mutantes aurea (subexpressa fitocromos, hp1 e atroviolacea (ambos supra-responsivos a eventos mediados por fitocromo em plantas em estágio de floração. Observou-se que os fitocromos são responsáveis pela expressão de muitas características anatômicas da epiderme foliar, assim como do mesofilo e da ultraestrutura dos cloroplastos.Phytochrome-mutant plants have been used for phytochrome action characterization among all photoreceptors, in events of photomorphogenesis. Studies relating the phytochrome action on structural aspects, which are fundamental to the comprehension of plant development, are rare. The objective of this work was to analyze chloroplast ultra structure and leaf anatomical characteristics of micro-tomatos (Solanum lycopersicum L. cv. Micro-Tom phytochrome-mutants aurea (sub express phytochrome, hp1 and atroviolacea (both super express phytochrome events-mediated in plants in the flowering stage. The results show that phytochromes are responsible for the expression of many characteristics of leaf epidermis, mesophyll and chloroplast ultra-structure.

  11. Avaliação da folha e do colmo de topo e base de perfilhos de três gramíneas forrageiras: 1. Digestibilidade in vitro e composição química

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingos Sávio Queiroz

    2000-02-01

    Full Text Available RESUMO - Foi avaliado o grau de correlação linear simples entre a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS e a composição química de lâminas e bainhas foliares e, do colmo, amostrados no topo e na base de perfilhos de capim-elefante (Pennisetum purpureum, cv. Mott, capim-setária (Setaria anceps, cv. Kazungula e capim-jaraguá (Hyparrhenia rufa, Nees Stapf . Os valores de DIVMS e os teores de proteína bruta (PB e parede celular (FDN exibiram gradiente ao longo do perfil do perfilho e diferença entre as frações do perfilho. As folhas situadas no topo do perfilho mostraram maior conteúdo de PB e digestibilidade, apesar dos mais altos teores de FDN, que as folhas situadas na base dos perfilhos. As lâminas foliares mostraram valores relativamente mais altos de DIVMS, PB e FDN que a bainha foliar. Nenhuma correlação foi observada entre os componentes químicos e a DIVMS da lâmina foliar do topo do perfilho. Apenas o teor de lignina apresentou correlação significativa (r = - 0,53 com a DIVMS, quando dados das lâminas foliares de topo e base do perfilho foram agrupados. Os teores de fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, proteína bruta e lignina propiciaram correlações com a DIVMS da lâmina foliar de base, da bainha foliar e do colmo.

  12. Avaliação da folha e do colmo de topo e base de perfilhos de três gramíneas forrageiras: 1. Digestibilidade in vitro e composição química

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queiroz Domingos Sávio

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - Foi avaliado o grau de correlação linear simples entre a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS e a composição química de lâminas e bainhas foliares e, do colmo, amostrados no topo e na base de perfilhos de capim-elefante (Pennisetum purpureum, cv. Mott, capim-setária (Setaria anceps, cv. Kazungula e capim-jaraguá (Hyparrhenia rufa, Nees Stapf . Os valores de DIVMS e os teores de proteína bruta (PB e parede celular (FDN exibiram gradiente ao longo do perfil do perfilho e diferença entre as frações do perfilho. As folhas situadas no topo do perfilho mostraram maior conteúdo de PB e digestibilidade, apesar dos mais altos teores de FDN, que as folhas situadas na base dos perfilhos. As lâminas foliares mostraram valores relativamente mais altos de DIVMS, PB e FDN que a bainha foliar. Nenhuma correlação foi observada entre os componentes químicos e a DIVMS da lâmina foliar do topo do perfilho. Apenas o teor de lignina apresentou correlação significativa (r = - 0,53 com a DIVMS, quando dados das lâminas foliares de topo e base do perfilho foram agrupados. Os teores de fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, proteína bruta e lignina propiciaram correlações com a DIVMS da lâmina foliar de base, da bainha foliar e do colmo.

  13. Influência do extrato pirolenhoso na calda de pulverização sobre o teor foliar de nutrientes em limoeiro 'Cravo' Effect of pyroligneous acid in the spraymg solutions on foliar nutrients content of 'Rangpur' lime

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Zanetti

    2004-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da presença do extrato pirolenhoso (EP na calda de pulverização sobre o teor foliar de nutrientes de limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia Osbeck, foi desenvolvido um experimento com seis tratamentos e quatro repetições, em blocos ao acaso, em ambiente protegido. Os tratamentos constituíram da pulverização das soluções: T0 = água; T1 = solução de micronutrientes sem EP; T2 = solução de micronutrientes + EP (1cm³ dm-3; T3 = solução de micronutrientes + EP (2 cm³ dm-3; T4 = solução de micronutrientes + EP (5cm³ dm-3; T5 = solução de micronutrientes + EP (10 cm³ dm-3. A solução de micronutrientes foi preparada com sulfatos de Cu, Fe, Mn, Zn (250 mg dm-3 do elemento e ácido bórico (42,5 mg dm-3 de B. As plantas foram cultivadas em tubetes cônicos de 0,280 dm³, com substrato sem a adição de micronutrientes na formulação. As soluções foram pulverizadas uma única vez, aos 140 dias após o plantio (DAP, momento em que as plantas apresentavam aproximadamente 20 cm de altura. Ao final do experimento (160 DAP, quantificaram-se a massa seca e os teores de macro e micronutrientes da parte aérea e sistema radicular. A presença do extrato pirolenhoso na solução de micronutrientes não interferiu na concentração foliar de B, Fe e Zn em mudas de limoeiro 'Cravo'. Entretanto, na concentração de 10 cm³ dm-3, aumentou a concentração foliar de Cu e Mn. Observou-se também que as plantas pulverizadas com soluções contendo EP (1 a 10 cm³ dm-3 + micronutrientes apresentaram menor teor de Fe e maior teor de Ca no sistema radicular.This research studied the effect of pyroligneous acid (PA presence in the micronutrient solution sprayed on leaves on the foliar nutrient content of 'Rangpur lime' (Citrus limonia Osbeck0 seedlings, under screen house. An experiment in a randomized complete block design with six treatments and four replicates was set up. Treatments consisted of leaf spraying with

  14. Fenologia, produção e composição do mosto da 'Cabernet sauvignon' e 'Tannat' em clima subtropical Phenology, production and must compounds of 'Cabernet Sauvignon' and 'Tannat' grapevines in subtropical climate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Jefferson Sato

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar a fenologia e a produção das videiras 'Cabernet Sauvignon' e 'Tannat' (Vitis vinifera L., em clima subtropical, para a elaboração de vinho tinto. A área experimental foi instalada em uma propriedade comercial pertencente à Vinícola Intervin®, em Maringá-PR, e as videiras foram conduzidas em latada sobre o 'IAC 766 Campinas', em espaçamento 4,0 x 1,5m. As avaliações tiveram início a partir das podas de frutificação, realizadas no fim do inverno, durante quatro safras consecutivas (2003, 2004, 2005 e 2006. Foram utilizadas 20 plantas representativas de cada variedade, sendo avaliada a duração em dias das principais fases fenológicas das videiras, bem como estimadas a produção por planta e a produtividade de cada variedade. A evolução de maturação das uvas foi determinada pela análise semanal do pH, teor de sólidos solúveis totais (SST e acidez titulável (AT do mosto das bagas. A duração média do ciclo da videira 'Cabernet Sauvignon' foi de 130,3 dias, enquanto da 'Tannat' foi de 131,3. As estimativas médias da produção por planta e da produtividade foram, respectivamente, de 4,5 kg e 8,9 t ha-1 para a uva 'Cabernet Sauvignon' e 7,3 kg e 12,1 t ha-1 para a 'Tannat'. Os teores médios de pH, SST e AT foram, respectivamente, de 3,3; 14,5 ºBrix e 1,1% de ácido tartárico para a uva 'Cabernet Sauvignon', e 3,3; 17,7 ºBrix e 1,1% de ácido tartárico para a 'Tannat'.The objective of this study was to characterize the phenology and the production of 'Cabernet Sauvignon' and 'Tannat' (Vitis vinifera L. grapes produced in a subtropical climate for red winemaking. The experimental area was located in a commercial vineyard belonging to the Intervin® Winery, in Maringá, PR. The grapevines were trained in a pergola system in a 4.0 x 1.5 m spacing, grafted on 'IAC 766 Campinas' rootstock. The evaluations started from the pruning held in late winter during four crops (2003, 2004

  15. The Relationship Between Soils and Foliar Nutrition For Planted Royal Paulownia

    Science.gov (United States)

    James E. Johnson; David O. Mitchem; Richard E. Kreh

    2002-01-01

    Royal paulownia is becoming an important hardwood plantation species in the southern U.S. A study was done to investigate two novel site preparation techniques for aiding the establishment of royal paulownia seedlings in the Virginia Piedmont. The effects of these treatments on the foliar nutrition of first year seedlings was determined, as was the relationship...

  16. Effect of some factors on foliar absorption and mobility of Fe59 in plant

    International Nuclear Information System (INIS)

    Mohamed, F.A.

    1990-01-01

    Three experiments were conducted under greenhouse conditions using Fe 59 and seedlings of guava and orange to study the effect of PH value (3-8), Fe SO 4 concentrations in combination with three values of PH on foliar absorption and mobility of Fe. In addition, a comparative study to evaluate some compounds of iron for foliar spray was achieved. Foliar absorption of Fe 59 by guava leaves and its mobility were considerably influenced by PH value of spray solution. Maximum absorption and translocation were observed at PH 6. However, most of the absorbed iron 'about 90%' was retained in the treated leaves and the portion 'about 10%' acropetally and basipetally translocated. Upward transport of iron was more pronounced than downward one. Total iron in plant derived from applied FeSO 4 was greatly increased, whereas utilization percent of it was reduced by increasing the rate of Fe in spray solution. Generally, FeSO 4 had a good efficiency which ranged from about 25-43%. Specific absorption of iron by orange leaves was higher than that of guava leaves. From plant nutritional point of view, efficiency of FeSo 4 , Fe-metalosate and multi mineral-metalosate as different sources of Fe through foliar application remarkably varied and FeSO 4 was highly efficient one in comparison with metalosate compounds

  17. Are nitrate exports in stream water linked to nitrogen fluxes in decomposing foliar litter?

    Science.gov (United States)

    Kathryn B. Piatek; Mary Beth. Adams

    2011-01-01

    The central hardwood forest receives some of the highest rates of atmospheric nitrogen (N) deposition, which results in nitrate leaching to surface waters. Immobilization of N in foliar litter during litter decomposition represents a potential mechanism for temporal retention of atmospherically deposited N in forest ecosystems. When litter N dynamics switch to the N-...

  18. CORRELATION BETWEEN OZONE EXPOSURE AND VISIBLE FOLIAR INJURY IN PONDEROSA AND JEFFREY PINES. (R825433)

    Science.gov (United States)

    Ozone exposure was related to ozone-induced visible foliar injury in ponderosa and Jeffrey pines growing on the western slopes of the Sierra Nevada Mountains of California. Measurements of ozone exposure, chlorotic mottle and fascicle retention were collected during the years ...

  19. Foliar nitrogen application in Cabernet Sauvignon vines: Effects on wine flavonoid and amino acid content.

    Science.gov (United States)

    Gutiérrez-Gamboa, Gastón; Garde-Cerdán, Teresa; Portu, Javier; Moreno-Simunovic, Yerko; Martínez-Gil, Ana M

    2017-06-01

    Wine quality greatly depends on its chemical composition. Among the most important wine chemical compounds, flavonoids are the major contributors to wine organoleptic properties while amino acids have a huge impact on fermentation development and wine volatile profile. Likewise, nitrogen applications are known to have an impact on wine composition. Therefore, the aim of this work was to study the effects of foliar nitrogen applications on wine flavonoid and amino acid composition. The experiment involved five foliar nitrogen applications at veraison time: urea (Ur), urea plus sulphur (Ur+S), arginine (Arg), and two commercial fertilizers Nutrimyr Thiols (NT) and Basfoliar Algae (BA). The results showed that nitrogen foliar treatments decreased wine flavonoid content although the effect varied according to each treatment. This could be related to a low vine nitrogen requirement, since must yeast assimilable nitrogen (YAN) was above acceptable threshold values for all samples. With regard to wine amino acid content, all treatments except for Ur increased its values after the applications. Finally, foliar nitrogen treatments greatly influenced wine composition. Among them, urea seemed to exert the most negative effect on both phenolics and amino acids. In addition, an inverse relationship between wine amino acid content and flavonol concentration was exhibited. Copyright © 2017. Published by Elsevier Ltd.

  20. Contribution of foliar leaching and dry deposition to sulfate in net throughfall below deciduous trees

    International Nuclear Information System (INIS)

    Garten, C.T. Jr.; Bondietti, E.A.; Lomax, R.D.

    1988-01-01

    Experiments were conducted at Walker Branch Watershed, Tennessee in 1986 with radioactive 35 S to quantify the contribution of foliar leaching and dry deposition to sulfate (SO 4 2- ) in net throughfall (NTF). Two red maple (Acer rubrum) and two yellow poplar (Liriodendron tulipifera) trees (12-15 m tall) were radiolabeled by stem well injection. Total S and 35 S were measured in leaves; 35 S and SO 4 2- were measured in throughfall (THF). The contribution of foliar leaching to SO 4 2- in NTF, THF minus incident precipitation, was estimated by isotope dilution of 35 S in NTF arising from nonradioactive S in dry deposition. The per cent contribution of foliar leaching to SO 4 2- in NTF was greatest during the week following isotope labeling and during the period of autumn leaf fall. During the growing season, foliar leaching accounted for 80% of the SO 4 2- in NTF beneath the study trees. Dry deposition of S to these tree species can be reasonably approximated during summer from the measurement of SO 4 2- flux in NTF. (author)

  1. Foliar application effects of beet vinasse on rice yield and chemical composition

    International Nuclear Information System (INIS)

    Tejada, M.; Garcia-Martinez, A. M.; Benitez, C.; Gonzalez, J. L.; Bautista, J.; Parrado, J.

    2009-01-01

    This study presents an account of rice (oriza sativa cv. Puntal) yield quality parameters as influenced by the foliar application of an industrial byproduct (beet vinasse). Beet (Beta vulgaris L. Subsp.vurgaris) vinasse is a product of great agricultural interest, because of its organic matter content, N and K concentrations. (Author)

  2. Regional patterns in foliar 15N across a gradient of nitrogen deposition in the northeastern US

    Science.gov (United States)

    Linda H. Pardo; Steven G. McNulty; Johnny L. Boggs; Sara Duke

    2007-01-01

    Recent studies have demonstrated that natural abundance 15N can be a useful tool for assessing nitrogen saturation, because as nitrification and nitrate loss increase, d15N of foliage and soil also increases. We measured foliar d15N at 11 high-elevation spruce-fir stands along an N deposition gradient...

  3. Genetics and physiology of the nuclearly inherited yellow foliar mutants in soybean

    Science.gov (United States)

    Plant photosynthetic pigments are important in harvesting the light energy and transfer of energy during photosynthesis. There are several yellow foliar mutants discovered in soybean and chromosomal locations for about half of them have been deduced. Viable-yellow mutants are capable of surviving wi...

  4. Foliar absorption and translocation of 137cs in egyptian olive plants

    International Nuclear Information System (INIS)

    Ramadan, A.A.; Maly, A.I.

    1999-01-01

    Foliar absorption and translocation of 137Cs by olive leaves were studied. Olive seedlings were transferred to the greenhouse in pots containing fine Nile silt.. Two seriies of pot experiments were conducted at the Nuclear Research Center site at Inshas. The treatments were conducted on leaves at the two middle nodes of the selected shoots. The lower surface of the olive leaf absorbed more 137Cs at the studied pH values as compared with the upper surface. The results show that changing the pH from 2 to 3 had no have any effect on the foliar absorption of 137Cs. Further increase of pH value caused the 137Cs foliar absorption to show a minimum at pH 5 then a maximum at pH 7. At pH 8 the foliar absorption of 137Cs started to decrease again. The concentration of translocated 137Cs was found to decrease gradually in the leaves above and below the treated ones. Absorption of 137Cs increased with time in the first 24 hours followed by lower absorption rates till the end of the experiment after 148 hours

  5. Seasonal variability of leaf area index and foliar nitrogen in contrasting dry-mesic tundras

    DEFF Research Database (Denmark)

    Campioli, Matteo; Michelsen, Anders; Lemeur, Raoul

    2009-01-01

    Assimilation and exchange of carbon for arctic ecosystems depend strongly on leaf area index (LAI) and total foliar nitrogen (TFN). For dry-mesic tundras, the seasonality of these characteristics is unexplored. We addressed this knowledge gap by measuring variations of LAI and TFN at five contras...

  6. Effects of magnesium sulfate on the foliar absorption of phosphates at the pumpkin

    International Nuclear Information System (INIS)

    Chamel, A.

    1962-01-01

    The foliar absorption of phosphates labelled with 32 P and applied with or without magnesium sulfate on the first leaf of pumpkin seedlings have been studied. The magnesium sulfate applied with the phosphate reduces plainly the absorption rate of 32 P. (O.M.) [fr

  7. A comparison of two methods for estimating conifer live foliar moisture content

    Science.gov (United States)

    W. Matt Jolly; Ann M. Hadlow

    2012-01-01

    Foliar moisture content is an important factor regulating how wildland fires ignite in and spread through live fuels but moisture content determination methods are rarely standardised between studies. One such difference lies between the uses of rapid moisture analysers or drying ovens. Both of these methods are commonly used in live fuel research but they have never...

  8. Foliar and soil chemistry at red spruce sites in the Monongahela National Forest

    Science.gov (United States)

    Stephanie J. Connolly

    2010-01-01

    In 2005, soil and foliar chemistry were sampled from 10 sites in the Monongahela National Forest which support red spruce. Soils were sampled from hand-dug pits, by horizon, from the O-horizon to bedrock or 152 cm, and each pit was described fully. Replicate, archived samples also were collected.

  9. Variation in foliar nitrogen and albedo in response to nitrogen fertilization and elevated CO2

    Science.gov (United States)

    Haley F. Wicklein; Scott V. Ollinger; Mary E. Martin; David Y. Hollinger; Lucie C. Lepine; Michelle C. Day; Megan K. Bartlett; Andrew D. Richardson; Richard J. Norby

    2012-01-01

    Foliar nitrogen has been shown to be positively correlated with midsummer canopy albedo and canopy near infrared (NIR) reflectance over a broad range of plant functional types (e.g., forests, grasslands, and agricultural lands). To date, the mechanism(s) driving the nitrogen-albedo relationship have not been established, and it is unknown whether factors affecting...

  10. Foliar application of calcium chloride and borax affects the fruit skin ...

    African Journals Online (AJOL)

    The influence of foliar application of calcium chloride and borax calcium on fruit skin strength and cracking incidence in litchi (Litchi chinensis Sonn.) fruit was investigated at 25 days interval and also the evaluation of fruit skin calcium and boron contents, skin strength, ion leakage from skin discs and fruit cracking in four ...

  11. Slow-cycle effects of foliar herbivory alter the nitrogen acquisition and population size of Collembola

    Science.gov (United States)

    Mark A. Bradford; Tara Gancos; Christopher J. Frost

    2008-01-01

    In terrestrial systems there is a close relationship between litter quality and the activity and abundance of decomposers. Therefore, the potential exists for aboveground, herbivore-induced changes in foliar chemistry to affect soil decomposer fauna. These herbivore-induced changes in chemistry may persist across growing seasons. While the impacts of such slow-cycle...

  12. Effect of polybag size and foliar application of urea on cocoa ...

    African Journals Online (AJOL)

    The effects of different polybag sizes and foliar application of urea on the growth of cocoa seedlings in the nursery were studied at the Cocoa Research Institute of Ghana substation at Afosu in the Eastern Region of Ghana between June 2004 and May 2005. Hybrid cocoa seeds were sown in polybags measuring 17.5 cm ...

  13. Effect of potassium and potting-bag size on foliar biomass and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Foliar fresh mass was significantly increased by the interaction between K concentration and potting-bag size. Growers may use a 5.3 mmol L−1 K concentration and a 5 L potting bag for optimum production of rose geranium under soil-less cultivation. Keywords: C:G ratio, enzyme activation, oil quality, potassium, rose ...

  14. Shrimp pond effluent dominates foliar nitrogen in disturbed mangroves as mapped using hyperspectral imagery

    NARCIS (Netherlands)

    Fauzi, A.; Skidmore, A.K.; van Gils, H.A.M.J.; Schlerf, M.; Heitkonig, I.M.A.

    2013-01-01

    Conversion of mangroves to shrimp ponds creates fragmentation and eutrophication. Detection of the spatial variation of foliar nitrogen is essential for understanding the effect of eutrophication on mangroves. We aim (i) to estimate nitrogen variability across mangrove landscapes of the Mahakam

  15. Statistical analysis of grapevine mortality associated with esca or Eutypa dieback foliar expression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia GUERIN-DUBRANA

    2013-09-01

    Full Text Available Esca and Eutypa dieback are two major wood diseases of grapevine in France. Their widespread distribution in vineyards leads to vine decline and to a loss in productivity. However, little is known either about the temporal dynamics of these diseases at plant level, and equally, the relationships between foliar expression of the diseases and vine death is relatively unknown too.  To investigate this last question, the vines of six vineyards cv. Cabernet Sauvignon in the Bordeaux region were surveyed, by recording foliar symptoms, dead arms and dead plants from 2004 to 2010. In 2008, 2009 and 2010, approximately five percent of the asymptomatic vines died but the percentage of dead vines which had previously expressed esca foliar symptoms was higher, and varied between vineyards. A logistic regression model was used to determine the previous years of symptomatic expression associated with vine mortality. The mortality of esca is always associated with the foliar symptom expression of the year preceding vine death. One or two other earlier years of expression frequently represented additional risk factors. The Eutypa dieback symptom was also a risk factor of death, superior or equal to that of esca. The study of the internal necroses of vines expressing esca or Eutypa dieback is discussed in the light of these statistical results.

  16. influence of foliar applications of calcium chloride and borax on fruit

    African Journals Online (AJOL)

    Dr. A Rab

    2011-12-16

    Dec 16, 2011 ... The influence of foliar application of calcium chloride and borax calcium on fruit skin strength and cracking incidence in litchi (Litchi chinensis Sonn.) fruit was investigated at 25 days interval and also the evaluation of fruit skin calcium and boron contents, skin strength, ion leakage from skin discs and.

  17. AZOSPIRILLUM BRASILENSE VIA FOLIAR E DOSES DE NITROGÊNIO EM COBERTURA NA CULTURA DO TRIGO NA REGIÃO DE ITAPEVA-SP / SPRAYING WITH AZOSPIRILLUM ON WHEAT LEAF AND NITROGEN COVERAGE RATES IN ITAPEVA-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. P. Ferreira

    2017-06-01

    Full Text Available A utilização de bactérias diazotróficas na agricultura, especialmente em gramíneas, tem por finalidade incrementar a produção e produtividade aliando com menor dose ou supressão das fontes nitrogenadas aplicadas para fertilização do solo. Diante disso, o trabalho objetivou avaliar a viabilidade da inoculação de Azospirillum brasilense via foliar com doses de nitrogênio em cobertura na produção e produtividade do trigo. O experimento foi implantado na Fazenda Bom Viver, Bairro dos Prestes em Itapeva-SP, na safra de 2016, sendo realizado em plantio direto (SPC em área de sucessão soja e milho safrinha. Os tratamentos foram em esquema fatorial 2x4 em blocos ao acaso (DBC sendo aplicado a formulação liquida de Azospirillum brasiliense (AbV5 com 2x108 células viáveis mL-1 na dose de 0,5 L.ha-1 via foliar e sem aplicação e posterior adubação nitrogenada com 0; 30; 60 e 90 kg.ha-1 em cobertura. Tanto a aplicação foliar de Azospirillum como a cobertura de N, foram aplicadas após 30 dias da semeadura (30 DAS. A variedade de trigo utilizada no plantio foi o Sinuelo, com manejo adotado pelo proprietário da área com aplicação de regulador de crescimento. Foram realizadas as avaliações a campo das plantas, medindo-se: a altura das plantas; espigas por metro linear; número de grãos por espiguetas; peso hectolítro; massa de mil grãos e produtividade. Pelos resultados obtidos, houve maior altura de plantas com o aumento das doses de nitrogênio em cobertura. A inoculação de Azospirillum brasiliense via foliar não mostrou interação entre as doses de nitrogênio em cobertura, não havendo estatisticamente incremento nos componentes de produtividade do trigo.

  18. Controls over foliar N:P ratios in tropical rain forests.

    Science.gov (United States)

    Townsend, Alan R; Cleveland, Cory C; Asner, Gregory P; Bustamante, Mercedes M C

    2007-01-01

    Correlations between foliar nutrient concentrations and soil nutrient availability have been found in multiple ecosystems. These relationships have led to the use of foliar nutrients as an index of nutrient status and to the prediction of broadscale patterns in ecosystem processes. More recently, a growing interest in ecological stoichiometry has fueled multiple analyses of foliar nitrogen:phosphorus (N:P) ratios within and across ecosystems. These studies have observed that N:P values are generally elevated in tropical forests when compared to higher latitude ecosystems, adding weight to a common belief that tropical forests are generally N rich and P poor. However, while these broad generalizations may have merit, their simplicity masks the enormous environmental heterogeneity that exists within the tropics; such variation includes large ranges in soil fertility and climate, as well as the highest plant species diversity of any biome. Here we present original data on foliar N and P concentrations from 150 mature canopy tree species in Costa Rica and Brazil, and combine those data with a comprehensive new literature synthesis to explore the major sources of variation in foliar N:P values within the tropics. We found no relationship between N:P ratios and either latitude or mean annual precipitation within the tropics alone. There is, however, evidence of seasonal controls; in our Costa Rica sites, foliar N:P values differed by 25% between wet and dry seasons. The N:P ratios do vary with soil P availability and/or soil order, but there is substantial overlap across coarse divisions in soil type, and perhaps the most striking feature of the data set is variation at the species level. Taken as a whole, our results imply that the dominant influence on foliar N:P ratios in the tropics is species variability and that, unlike marine systems and perhaps many other terrestrial biomes, the N:P stoichiometry of tropical forests is not well constrained. Thus any use of N

  19. EFFECT OF FOLIAR APPLICATION OF AMINOACIDS ON PLANT YIELD AND PHYSIOLOGICAL PARAMETERS IN FABA BEAN PLANTS IRRIGATED WITH SEAWATER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magdi T. ABDELHAMID

    2015-01-01

    La salinidad disminuye el rendimiento en zonas áridas y semiáridas. Con el aumento de la demanda de agua de riego, se están buscando fuentes alternativas. El agua de mar se consideró previamente inutilizable para irrigación debido a su salinidad. Sin embargo, esta agua puede ser utilizada con éxito en cultivos bajo ciertas condiciones. Los aminoácidos son bioestimulantes bien conocidos por sus efectos positivos sobre el crecimiento y rendimiento, y por mitigar significativamente las lesiones causadas por estrés abióticos. Por lo tanto, en el presente studio se investigó el efecto del tratamiento exógeno con aminoácidos sobre plantas de haba que crecen bajo estrés salino por irrigación con agua de mar. Se evaluó la reducción de daños por salinidad en plantas de haba mediante el uso de una mezcla de aminoácidos para mejorar los parámetros morfológicos y bioquímicos, y por lo tanto elevar el nivel de rendimiento de la planta. Se desarrolló un experimento en macetas para paliar los efectos nocivos de la salinidad del agua de mar en el cv. De haba Giza 843 por aspersion foliar de una mezcla de aminoácidos con diferentes concentraciones (0, 500, 1000 o 1500 mg L-1. El riego de plantas de haba con niveles de agua de mar de 3.13 y 6.25 dS m-1 condujo a reducciones significativas en la altura de planta, número de hojas de la planta, peso fresco y seco de los brotes, y en el contenido foliar de pigmentos fotosintéticos, carbohidratos totales, polisacáridos y ácidos nucleicos (ADN y ARN. La salinidad del agua de mar indujo un mayor contenido de Na+ y Cl- , y una disminución del contenido de K+, K+: Na+, Ca2+, Mg2+ y P3+. El riego de plantas de haba con diferentes niveles de agua de mar redujo el rendimiento de semillas y el peso seco total por planta en comparación con las regadas con agua corriente. Además, el contenido de carbohidratos y proteína total en las semillas disminuyeron con el aumento de los niveles de salinidad del agua de mar. La

  20. Erythroneura lawsoni abundance and feeding injury levels are influenced by foliar nutrient status in intensively managed American sycamore.

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Coyle, David, Robert: Aubrey, Doug, Patric; Bentz, Jo-Ann

    2010-01-01

    Abstract 1 Abundance and feeding injury of the leafhopper Erythroneura lawsoni Robinson was measured in an intensively-managed American sycamore Platanus occidentalis L. plantation. Trees were planted in spring 2000 in a randomized complete block design, and received one of three annual treatments: (i) fertilization (120 kg N/ha/year); (ii) irrigation (3.0 cm/week); (iii) fertilization + irrigation; or (iv) control (no treatment). 2 Foliar nutrient concentrations were significantly influenced by the treatments because only sulphur and manganese levels were not statistically greater in trees receiving fertilization. 3 Over 116 000 E. lawsoni were captured on sticky traps during the study. Leafhopper abundance was highest on nonfertilized trees for the majority of the season, and was positively correlated with foliar nutrient concentrations. Significant temporal variation in E. lawsoni abundance occurred, suggesting five discrete generations in South Carolina. 4 Significant temporal variation occurred in E. lawsoni foliar injury levels, with the highest injury ratings occurring in late June and August. Foliar injury was negatively correlated with foliar nutrient content, and higher levels of injury occurred more frequently on nonfertilized trees. 5 The results obtained in the present study indicated that increased E. lawsoni abundance occurred on trees that did not receive fertilization. Nonfertilized trees experienced greater foliar injury, suggesting that lower foliar nutrient status may have led to increased levels of compensatory feeding.

  1. Climatic limits on foliar growth during major droughts in the southwestern USA

    Science.gov (United States)

    Weiss, Jeremy L.; Betancourt, Julio L.; Overpeck, Jonathan T.

    2012-09-01

    Pronounced droughts during the 1950s and 2000s in the American Southwest provide an opportunity to compare mesoscale ecosystem responses to anomalously dry conditions before and during the regional warming that started in the late 1970s. This year-round warming has produced fewer cool season freezes, losses in regional snowpack, an 8-10 day advance in spring onset, and hotter summers, all of which should affect vegetation differently across seasons and elevations. Here, we examine indices that represent climatic limits on foliar growth for both drought periods and evaluate these indices for areas that experienced tree mortality during the 2000s drought. Relative to the 1950s drought, warmer conditions during the 2000s drought decreased the occurrence of temperatures too low for foliar growth at lower elevations in winter and higher elevations in summer. Higher vapor pressure deficits (VPDs), largely driven by warmer temperatures in the more recent drought, were more limiting to foliar growth from spring through summer at lower and middle elevations. At many locations where tree mortality occurred during the 2000s drought, low-temperature constraints on foliar growth were extremely unlimiting, whereas VPD constraints were extremely limiting from early spring through late autumn. Our analysis shows that in physiographically complex regions such as the Southwest, seasonality and elevational gradients are important for understanding vegetative responses to warming. It also suggests that continued warming will both increase the degree to which VPD limits foliar growth during future droughts and expand its reach to higher elevations and other seasons.

  2. Shifting Foliar N:P Ratios with Experimental Soil Warming in Tussock Tundra

    Science.gov (United States)

    Jasinski, B.; Mack, M. C.; Schuur, E.; Mauritz, M.; Walker, X. J.

    2017-12-01

    Warming temperatures in the Arctic and boreal ecosystems are currently driving widespread permafrost thaw. Thermokarst is one form of thaw, in which a deepening active soil layer and associated hydrologic changes can lead to increased nutrient availability and shifts in plant community composition. Individual plant species often differ in their ability to access nutrients and adapt to new environmental conditions. While nitrogen (N) is often the nutrient most limiting to Arctic plant communities, the extent to which plant available phosphorus (P) from previously frozen mineral soil may increase as the active layer deepens is still uncertain. To understand the changing relationship between species' uptake of N and P in a thermokarst environment, we assessed foliar N:P ratios from 2015 in two species, a tussock sedge (Eriophorum vaginatum) and a dwarf shrub (Rubus chamaemorus), at a moist acidic tussock tundra experimental passive soil warming site. The passive soil warming treatment increased active layer depth in warmed plots by 35.4 cm (+/- 1.1 cm), an 80% increase over the control plots. E.vaginatum demonstrated a 16.9% decrease (p=0.012, 95% CI [-27.99%, -5.94%]) in foliar N:P ratios in warmed plots, driven mostly by an increase in foliar phosphorus. Foliar N:P ratios of R.chamaemorus showed no significant change. However, foliar samples of R.chamaemorus were significantly enriched in the isotope 15N in soil warming plots (9.9% increase (p=0.002, 95% CI [4.45%, 15.39%])), while the sedge E.vaginatum was slightly depleted. These results suggest that (1) in environments with thawing mineral soil plant available phosphorus may increase more quickly than nitrogen, and (2) that species' uptake strategies and responses to increasing N and P will vary, which has implications for future ecological shifts in thawing ecosystems.

  3. Response of French Bean (Phaseolus vulgaris L. Cultivars to Foliar Applications of Magnesium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Pisante

    2011-02-01

    Full Text Available Magnesium deficiencies have been shown to be particularly dangerous to short cycled crops, both on sandy and clay soils. Such deficiencies may be corrected by foliar fertilisations, but in French bean (Phaseolus vulgaris L. no experimental data may be found to support this hypothesis. Therefore this paper was aimed at studying the effect of foliar Mg-applications (56, 112 and 224 g ha-1 in single application at flowering or splitted half dose at 4-leaf stage and half at flowering alone and with Zn (200 g ha-1 on yield and quality of two French bean genotypes (Bronco, Cadillac. Foliar Mg-applications significantly increased pod yield and, considering the highest rate with respect to the untreated, such an increase was 78% and 32% for Bronco and Cadillac, respectively. Split applications were also more effective, with yield increases of 109% and 50% for the two genotypes. Concerning quality, foliar Mg applications showed a significant effect particularly on sugars, calcium, phosphate, sulphate and Mg contents in pods. On the other hand, a significant effect on the accumulation of nitrates was noted, especially with split applications (144% increase vs. unfertilised and, in some cases, an antagonistic effect on K content (10-20% decrease on average. Foliar Mg fertilisation of French bean seemed to be a promising practice with reference to human health and nutrition, tough some care is needed to avoid the accumulation of nitrates in pods. Split applications seemed to be more effective, while the addition of Zn to the fertiliser mix did not give any relevant effect.

  4. [Foliar water use efficiency of Platycladus orientalis sapling under different soil water contents].

    Science.gov (United States)

    Zhang, Yong E; Yu, Xin Xiao; Chen, Li Hua; Jia, Guo Dong; Zhao, Na; Li, Han Zhi; Chang, Xiao Min

    2017-07-18

    The determination of plant foliar water use efficiency will be of great value to improve our understanding about mechanism of plant water consumption and provide important basis of regional forest ecosystem management and maintenance, thus, laboratory controlled experiments were carried out to obtain Platycladus orientalis sapling foliar water use efficiency under five different soil water contents, including instantaneous water use efficiency (WUE gs ) derived from gas exchange and short-term water use efficiency (WUE cp ) caculated using carbon isotope model. The results showed that, controlled by stomatal conductance (g s ), foliar net photosynthesis rate (P n ) and transpiration rate (T r ) increased as soil water content increased, which both reached maximum va-lues at soil water content of 70%-80% field capacity (FC), while WUE gs reached a maximum of 7.26 mmol·m -2 ·s -1 at the lowest soil water content (35%-45% FC). Both δ 13 C of water-soluble leaf and twig phloem material achieved maximum values at the lowest soil water content (35%-45% FC). Besides, δ 13 C values of leaf water-soluble compounds were significantly greater than that of phloem exudates, indicating that there was depletion in 13 C in twig phloem compared with leaf water-soluble compounds and no obvious fractionation in the process of water-soluble material transportation from leaf to twig. Foliar WUE cp also reached a maximum of 7.26 mmol·m -2 ·s -1 at the lowest soil water content (35%-45% FC). There was some difference between foliar WUE gs and WUE cp under the same condition, and the average difference was 0.52 mmol·m -2 ·s -1 . The WUE gs had great space-time variability, by contrast, WUE cp was more representative. It was concluded that P. orientalis sapling adapted to drought condition by increasing water use efficiency and decreasing physiological activity.

  5. Desenvolvimento e qualidade de plantas de Aechmea fasciata (Lindley) Baker com a utilização do cloreto de potássio ou do sulfato de potássio aplicados em três freqüência por via foliar.

    OpenAIRE

    Eloiza Santana Seixas Vitória; Izabel Cristina Leite

    2008-01-01

    A freqüência como a adubação foliar é realizada em bromélias é muita variada não havendo uma regularidade, ocorrendo casos em que é feita de acordo com os aspectos da planta. O potássio está entre os nutrientes que contribuem para melhoria da qualidade de plantas, incluindo ornamentais. As fontes potássicas mais comumente utilizadas na agricultura são o cloreto e o sulfato de potássio, e na forma de sulfato de potássio para algumas ornamentais, produz plantas de melhor qualidade e maiores qua...

  6. Changes in radiocesium contamination from Fukushima in foliar parts of 10 common tree species in Japan between 2011 and 2013

    International Nuclear Information System (INIS)

    Yoshihara, Toshihiro; Matsumura, Hideyuki; Tsuzaki, Masaharu; Wakamatsu, Takashi; Kobayashi, Takuya; Hashida, Shin-nosuke; Nagaoka, Toru; Goto, Fumiyuki

    2014-01-01

    Yearly changes in radiocesium ( 137 Cs) contamination, primarily due to the Fukushima accident of March 2011, were observed in the foliar parts of 10 common woody species in Japan (Chamaecyparis obtusa, Cedrus deodara, Pinus densiflora, Cryptomeria japonica, Phyllostachys pubescens, Cinnamomum camphora, Metasequoia glyptostroboides, Prunus × yedoensis, Acer buergerianum, and Aesculus hippocastanum). The samples were obtained from Abiko (approximately 200 km SSW of the Fukushima Dai-ichi Nuclear Power Plant) during each growing season between 2011 and 2013, and the foliar parts were examined based on their year of expansion and location in each trees. The radiocesium concentrations generally decreased with time; however, the concentrations and rates of decrease varied among species, age of foliar parts, and locations. The radiocesium concentrations in the 2012 current-year foliar parts were 29%–220% of those from 2011, while those from 2013 fell to between 14% and 42% of the 2011 values. The net decontamination in the foliage was higher in evergreen species than in deciduous species. The radiocesium concentrations in the upper foliar parts were higher than those in the lower parts particularly in C. japonica. In addition, the radiocesium concentrations were higher in the current-year foliar parts than in the 1-year-old foliar parts, particularly in 2013. Thus, the influence of the direct deposition of the fallout was reduced with time, and the translocation ability of radiocesium from old to new tissues became more influential. Similar to the behavior of potassium in trees, Cs redistribution probably occurred primarily due to internal nutrient translocation mechanisms. - Highlights: • 137 Cs concentrations of foliar parts expanded in 2013 was 14–42% of those in 2011. • The rates of decrease varied with the species, sampling part, and position. • Newly expanded foliar parts contain higher 137 Cs concentrations than older parts. • 137 Cs translocation

  7. Manejo da adubação nitrogenada de tensões hídricas sobre a produção de matéria seca e índice de área foliar de Tifton 85 cultivado no Cerrado Management of nitrogen fertilization and of water tension on the production of dry matter and leaf area index of Tifton 85 cultivated in the Cerrado region

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kênia Régia Anasenko Marcelino

    2003-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido na Embrapa Cerrados, Planaltina (DF, objetivando avaliar a influência de tensões hídricas (35, 60, 100 e 500 kPa e doses de nitrogênio (0 - Testemunha, 45, 90, 180, 360 kg/ha sobre a produção de matéria seca (MS, a taxa de produção de matéria seca (TPMS e o índice de área foliar (IAF do capim Cynodon spp. cv. Tifton 85. Empregou-se delineamento em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas em três repetições; nas parcelas foram distribuídas as tensões e nas subparcelas, as doses de nitrogênio (N. As doses de nitrogênio influenciaram a produção de matéria seca em todas as tensões, onde a maior produtividade (41,8 t/ha foi obtida na tensão de 35 kPa e na dose de 360 kg/ha de N e menor produtividade (17,3 t/ha, na tensão de 100 kPa sem adição de N. Nas tensões de 60, 100 e 500 kPa, a eficiência na utilização do N foi maior nas doses mais elevadas. As maiores TPMS foram observadas no período com temperaturas elevadas, enquanto as menores foram no período com temperaturas reduzidas. Durante o período de 16/03 a 09/08, não se observou efeito das doses de N. Nos demais períodos, a TPMS aumentou com o incremento das doses de N. Não foram observados efeitos das tensões hídricas sobre a TPMS. O IAF elevou-se com o aumento nas doses de N, principalmente no período de 21/09 a 10/01. Entretanto nos períodos de baixa temperatura não houve respostas do IAF às doses crescentes de N. As tensões hídricas não afetaram o IAF em nenhum dos períodos avaliados.This work was carried out to evaluate the influence of water tensions (35, 60, 100 and 500 kPa and nitrogen levels (0 - Control, 45, 90, 180, 360 kg/ha on the dry matter (DM yield, the dry matter yield rate (DMYR and the leaf area index (LAI of Cynodon spp. cv. Tifton 85 bermudagrass. A randomized blocks design in a split splot scheme with three replications was used, split plots were represented by the water tensions were and the plots

  8. Risco climático de ocorrência de doenças fúngicas na videira 'Niagara Rosada' na região do Polo Turístico do Circuito das Frutas do estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Bardin

    2010-12-01

    Full Text Available O Polo Turístico do Circuito das Frutas do Estado de São Paulo congrega municípios produtores de uva comum de mesa, principalmente a cultivar "Niagara Rosada"�. Observa-se que no processo produtivo ocorre severa influência de doenças fúngicas