WorldWideScience

Sample records for florestal na bacia

  1. Evolução temporal da cobertura florestal na bacia hidrográfica do Rio Iconha, Espírito Santo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felício Santos de Oliveira

    2015-07-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo de fazer um estudo da evolução multitemporal da cobertura florestal da bacia hidrográfica do rio Iconha, entre os anos de 1986 e 2010, utilizando geotecnologias. A bacia hidrográfica está localizada no Sul do Estado do Espírito Santo e situa-se entre os municípios de Rio Novo do Sul, Iconha e Piúma. A análise de mapas e dados quantitativos gerados por práticas de sensoriamento remoto permitiu identificar os fragmentos florestais da bacia hidrográfica. Foi verificado o incremento de 16,32% de cobertura florestal na área total, sendo Rio Novo do Sul, dentre os municípios abrangidos pela bacia, o que apresentou o maior percentual de recuperação, 22,57%. Áreas com altitudes entre 251 e 500 metros se mostraram mais significativas para a evolução da cobertura vegetal representando 41% do incremento. Dessa forma, é possível inferir que a política pública adotada por esses municípios, sobretudo em relação ao meio ambiente e recursos hídricos, contribuiu para o aumento da cobertura florestal da região.

  2. Consistência hidrológica de modelos digitais de elevação (MDE para definição da rede de drenagem na sub-bacia do horto florestal Terra Dura, Eldorado do Sul, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Hoffmann Oliveira

    2012-08-01

    Full Text Available O desenvolvimento da erosão hídrica ocorre em resposta ao modo como a água se move através e sobre uma determinada paisagem. O modelo digital de elevação (MDE deve, portanto, ser o mais preciso possível, uma vez que constitui a base para a análise do relevo. Este trabalho teve como objetivo definir um modelo digital de elevação hidrologicamente consistente (MDEHC e o método de direção de fluxo mais adequado para a definição da rede de drenagem na sub-bacia do horto florestal Terra Dura, município de Eldorado do Sul, RS. Foram testados os modelos gerados com os interpoladores Topogrid e redes triangulares irregulares (Triangulated Irregular Network -TIN linear (TIN L e TIN natural neighbor (TIN NN. A qualidade em relação às análises hidrológicas foi avaliada por meio da comparação das curvas de nível geradas pelos modelos testados com as curvas originais da sub-bacia (escala 1:10.000; da avaliação da quantidade de áreas planas; e da comparação da drenagem gerada pelos modelos a partir dos métodos de direção de fluxo Deterministic (D8 e Deterministic infinity (D∞ ou D infinito com a drenagem original. Entre os modelos avaliados, o Topogrid apresentou maior consistência hidrológica, verificada na melhor continuidade das curvas de nível (menos arestas e maior detalhamento da área de drenagem e divisores, acarretando menor quantidade de áreas planas e caminhos de fluxo mais detalhados, independentemente do método de direção de fluxo utilizado. Em relação à rede de drenagem, o método distribuído D∞ obteve melhor desempenho na descrição dos caminhos de fluxo, comparado ao método de direção única D8. O MDEHC Topogrid associado ao método D∞ proporcionou a identificação mais precisa dos caminhos preferenciais do fluxo que formam a rede de drenagem.

  3. Instalação de uma pequena bacia experimental florestal: estudo de caso da bacia do Rio Araponga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Almeida Mota

    2016-10-01

    Full Text Available RESUMO O presente trabalho detalha aspectos importantes a serem observados nos procedimentos de seleção e caracterização de uma bacia experimental florestal e instalação de um sistema de monitoramento hidrológico, com enfoque em fluviometria, pluviometria e tensiometria. Para tanto, utilizou-se a experiência adquirida no estudo de caso da bacia experimental do Rio Araponga (ARA, localizada no município de Rio Negrinho (SC. O levantamento dos pontos de nascentes e confluências permitiu a extração da rede de drenagem mais próxima da realidade considerando a base cartográfica disponível (escala 1:10.000. A determinação dos locais adequados dos aparelhos de monitoramento hidrológico foi possível somente com levantamento topográfico mais detalhado (escala 1:5.000.

  4. Incorporação de indicadores de sustentabilidade na priorização de áreas para restauração florestal na bacia do rio Corumbataí, SP Incorporating sustainability indicators on site selection for forest restoration in the Corumbataí river basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Frosini de Barros Ferraz

    2009-10-01

    Full Text Available Na bacia do rio Corumbataí, a vegetação natural ocupa menos de 3% de sua área total, e a ausência dessa vegetação florestal tem levado ao aumento dos processos erosivos e ao desequilíbrio do regime hídrico de seus rios, causando diversos problemas no abastecimento de água de várias cidades, como Piracicaba e Rio Claro. Desse modo, existe a necessidade de um reflorestamento criterioso em áreas dessa bacia. No entanto, devido à limitação de recursos, é necessário que sejam realizados estudos de seleção de áreas prioritárias para que, com os recursos disponíveis, o ganho ambiental das áreas restauradas seja máximo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um método de priorização de áreas para restauração florestal baseado no uso de indicadores de sustentabilidade em microbacias. Cinco indicadores foram utilizados: porcentagem de mata nativa na APP; descontinuidade da vegetação nativa na bacia; diversidade da paisagem; variação média do uso da terra; e suscetibilidade à erosão. A seleção das microbacias para restauração das áreas de APP foi realizada por meio da ponderação linear dos indicadores e ordenamento das microbacias. Simulação inicial foi realizada para a seleção de 1.000 ha para restauração, e os resultados indicaram que os indicadores representam diferentes aspectos de sustentabilidade das microbacias. O método foi considerado útil na seleção de microbacias em condições extremas, diferenciando aquelas que necessitam de ações de conservação daquelas que necessitam de ações de restauração.In the Corumbataí river basin, State of São Paulo, forest remnants occupy less than 3% of the original total area, and the absence of this natural vegetation has been increasing erosion and disturbing hydrological regime of its streams, causing many problems on water supply in urban areas like Piracicaba and Rio Claro. This situation shows the need of a well planned reforestation in areas

  5. Análise espacial de fragmentos florestais na Bacia do Rio Itapemirim, ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiani Bernardo Pirovani

    2014-04-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foi mapear e analisar a estrutura da paisagem florestal em uma área representativa da Bacia do Rio Itapemirim, ES, por meio de índices de ecologia da paisagem. O mapeamento dos fragmentos florestais foi obtido utilizando técnicas de fotointerpretação na escala de 1:1500 do ortofotomosaico do ano 2007. Para o cálculo dos índices de ecologia, foi utilizada a extensão Patch Analyst dentro do aplicativo computacional ArcGIS 9.3. Foram encontrados 3.285 fragmentos florestais em toda a área, representando 17% de cobertura florestal. Os fragmentos mapeados foram divididos em classes de tamanho, sendo fragmentos pequenos aqueles menores que 5 ha; de tamanho médio aqueles entre 5 e 50 ha; e grandes os maiores que 50 ha. Os fragmentos pequenos encontravam-se em maior número (2.236, seguidos pelos fragmentos de tamanho médio (749 e, por último, pelos fragmentos grandes, que compreenderam apenas 100 manchas. O número de fragmentos de cada classe de tamanho possui relação inversa com a contribuição em área dessa classe dentro da fragmentação florestal. As análises quantitativas por meio de métricas da paisagem foram feitas com os grupos de índices de área; densidade e tamanho, forma; proximidade e área central, sendo este último obtido em diferentes simulações de efeito de borda (20,40, 60, 80, 100, 140 e 200 m. Para todos os índices houve diferenciações com relação às classes de tamanho dos fragmentos florestais. A maior parte dos fragmentos florestais da bacia, são pequenos, menores que 5 ha, sendo que a distância de borda de 100 metros elimina completamente a área central desses fragmentos. Apesar dos fragmentos grandes apresentarem os formatos mais irregulares, estes possuem maior índice de área central, mesmo sob o efeito da maior distância de efeito de borda.

  6. Alteração estrutural de uma área florestal explorada convencionalmente na bacia do Paraíba do Sul, Minas Gerais, nos domínios de Floresta Atlântica Structural changes in a conventionally exploited forest in the Paraíba do Sul basin, state of Minas Gerais, Brazil, in the Atlantic Forest domain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Patrícia Cota Gomes

    2004-06-01

    Full Text Available O presente estudo, realizado no município de Matias Barbosa,MG, na Fazenda Paciência, teve como objetivo avaliar as alterações estruturais ocorridas em uma Floresta Estacional Semidecidual, nos domínios de floresta Atlântica, em decorrência das atividades de exploração convencional de um plano de manejo. Para isso, foi utilizado um trecho contínuo de floresta que teve uma área explorada há seis anos e outra área não-explorada. Foram lançadas parcelas para estudo da vegetação arbórea, nas quais se avaliou a sua estrutura. Os dados foram analisados de forma comparativa, considerando-se a situação observada na área de floresta não-explorada como desejável. O resultado do estudo indicou que a atividade de exploração madeireira realizada na Fazenda Paciência tem levado a alterações significativas na estrutura, além de um depauperamento do valor comercial do estoque remanescente da área de floresta explorada, podendo levar a um comprometimento dos recursos da comunidade florestal.The objectives of this study were to evaluate the structural changes caused by the activities of a conventional management plan in a semideciduous forest in the Atlantic Forest domain. The study was conducted in the Fazenda Paciência, municipality of Matias Barbosa, Minas Gerais state, Brazil. A continuous stretch of forest was analyzed, which contained areas that were exploited six years ago and areas that remained untouched. Plots were established to survey the floristic and structural composition of the arboreal vegetation. Data were analized in a comparative way and the state of the non-exploited forest was considered as the desirable one. The study results indicated that the harvesting as it was done at the Fazenda Paciência was causing significant changes in the floristic and structural composition, aside from decreasing the commercial value of the remaining stock, which could endanger the forest resources of the area.

  7. PLANO DE MANEJO FLORESTAL EM UMA PROPRIEDADE DO MATO GROSSO_ A TEORIA NA PRÁTICA

    OpenAIRE

    Zapparoli, Irene Domenes; Camara, Marcia Regina Gabardo da

    2008-01-01

    Manejar uma floresta é administrar a obtenção de benefícios econômicos, sociais e ambientais, respeitando-se os mecanismos de sustentabilidade do ecossistema. O objetivo do artigo é identificar as etapas que compreendem o manejo florestal sustentável e propor um plano operacional para execução do manejo em propriedades. A metodologia compreende a revisão bibliográfica e o levantamento de procedimentos em uma propriedade agrícola no Mato Grosso a ser realizado em seis etapas. Na primeira fase ...

  8. Análise de posturas na colheita florestal semimecanizada em áreas declivosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan Pereira Barbosa

    2014-08-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo avaliar os fatores que interferem e alteram os modelos biomecânicos adequados durante as atividades de colheita florestal em áreas declivosas, a fim de encontrar as posturas-padrão para cada operação de colheita florestal e correções ou modificações necessárias que auxiliem na melhoria das posturas. A pesquisa foi realizada em áreas de colheita de plantios de eucalipto no Município de Divino de São Lourenço, Sul do Estado do Espírito Santo, região com predomínio de relevo declivoso. Foram analisadas as operações de derrubada com motosserra, traçamento, tombamento e empilhamento manual. Os resultados indicaram que as atividades de derrubada e empilhamento manual necessitam de correções e merecem atenção em curto prazo. Na operação de tombamento manual não há necessidade de medidas corretivas com relação às posturas, sendo estas consideradas satisfatórias. A operação de toragem necessita de medidas corretivas e deve ser mantida em constante verificação, fazendo-se revisões rotineiras dos métodos de trabalho e evitando, assim, futuros danos à saúde do trabalhador.

  9. Modelagem hidrológica na bacia hidrográfica do Rio Aiuruoca, MG

    OpenAIRE

    Viola,Marcelo R.; Mello,Carlos R. de; Acerbi Jr.,Fausto W.; Silva,Antônio M. da

    2009-01-01

    A simulação do comportamento hidrológico de bacias hidrográficas consiste em uma das principais ferramentas na gestão dos recursos hídricos, devido à possibilidade de predição do regime fluvial. A bacia em estudo está localizada na região Alto Rio Grande, Sul de Minas Gerais, com área de drenagem de 2.094 km², constituindo uma das bacias fundamentais de drenagem para o reservatório da Usina Hidrelétrica de Camargos (UHE - Camargos/CEMIG). Neste contexto se objetivou desenvolver e aplicar um m...

  10. Mapeamento dos fragmentos de vegetação florestal nativa da bacia hidrográfica do rio Alegre, Espírito Santo, a partir de imagens do satélite IKONOS II Native forest fragmentation mapping of the Alegre river watershed, Espirito Santo State, Brazil, using IKONOS II data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melchior Carlos do Nascimento

    2006-06-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivos elaborar o mapa de uso da terra e diagnosticar, em nível de paisagem, os fragmentos de vegetação florestal nativa por meio da classificação visual da imagem do satélite IKONOS II. A pesquisa foi desenvolvida na bacia hidrográfica do rio Alegre, situada no extremo sul do Estado do Espírito Santo, Brasil. Foram mapeadas 12 classes de uso da terra, destacando-se 475 fragmentos florestais. As classes cafezal (2.086,2 ha, pastagem (14.130,1 ha e fragmento florestal (2.978,9 ha ocuparam 92,16% (19.195,2 ha da área total da bacia, que é de 20.819,8 ha. A maioria dos fragmentos florestais possui formas fortemente alongadas e área média de 6,3 ha. Também se constatou que a maior parte está sujeita a um elevado nível de perturbação, com 452 e 166 fragmentos florestais vizinhos às classes pastagem e cafezal, respectivamente.The main objective of this study was to create land use and diagnosis maps, at landscape level, of the native forest fragmentation through visual classification using IKONOS II data. The study was conducted in the river Alegre watershed, situated in the south region of State of Espirito Santo, Brazil. Twelve land use classes were mapped, pointing out 475 forest fragments. The classes of coffee plantation (2,086.2 ha, pasture (14,130.1 ha and forest fragmentation (2,978.9 ha occupied 92.16% (19,195.2 ha of the total study area, which was about 20,819.8 ha. The majority of the forest fragments presented strongly elongated shapes, with an average of 6.3 ha. It was also noticed that most of them presented a high level of disturbance, with 452 and 166 forest fragments neighboring the pasture and coffee plantation classes, respectively.

  11. ESTUDO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO IVAÍ, PARANÁ, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Luiz dos Santos

    2014-03-01

    Full Text Available Mediante a  aplicação da equação proposta por Kirby (1976,  aliada a levantamento das variáveis físicas  da bacia do Ivaí, este trabalho se propõe a analisar o comportamento do escoamento superficial nessa importante bacia hidrográfica do estado do Paraná. Para tanto, foram levantadas as variáveis precipitação média anual, precipitação média por evento, capacidade de campo dos solos e evapotranspiração. Essas variáveis foram  espacializadas e analisadas com o suporte das características geológicas, geomorfológicas, pedológicas e climáticas da bacia hidrográfica. O resultado da análise foi integrado, em ambiente digital, em um Sistema de informação Geográfica, fornecendo uma carta síntese das taxas de escoamento superficial da bacia. O resultado mostra que no curso inferior da bacia hidrográfica, região do Arenito Caiuá (Kr, ocorrem as maiores taxas de escoamento superficial da bacia. Tal fato é atestado pela agressiva erosão que sofrem os solos desenvolvidos sobre estas litologias na região Noroeste do estado do Paraná.

  12. FRAGILIDADE POTENCIAL E EMERGENTE NA BACIA DO RIO DAS PEDRAS, GUARAPUAVA, PR - BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eugênio Pachechenik

    2013-10-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo delimitar a potencialidade do uso do solo para auxiliar no planejamento da exploração dos recursos naturais da bacia do rio das Pedras, situada no município de Guarapuava, Paraná, Brasil. Aplicou-se uma metodologia de análise empírica da fragilidade ambiental, digitalizando a área e rede de drenagem da bacia, e gerando-se, posteriormente, um modelo numérico do terreno, empregando programas especializados. A área da bacia apresenta fragilidade ambiental potencial entre as classes “média” e “alta”, com os usos do solo classificando-a na fragilidade ambiental emergente “muito baixa” e “baixa”. Os limites da potencialidade de uso do solo indicam que a bacia está protegida da erosão e os fatores de forma demonstram, para as atuais condições, que há “pequena” possibilidade de ocorrer enchentes.

  13. Resistência mecânica do solo à penetração na bacia hidrográfica do Riacho Fundo, Felixlândia-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Vilela Carvalho

    2012-12-01

    Full Text Available A compactação do solo devido ao tráfego de máquinas utilizadas no setor florestal causa modificações estruturais deste, podendo assim interferir na densidade do solo, velocidade e capacidade de infiltração de água e no desenvolvimento radicular das culturas. Objetivou-se, neste trabalho avaliar a resistência mecânica do solo à penetração na Bacia Hidrográfica do Riacho Fundo, Felixlândia-MG em área de uma empresa do setor florestal localizada no cerrado mineiro. Os testes de resistência à penetração foram realizados em fevereiro de 2011, em seis parcelas com plantios de eucalipto localizadas nos talhões 35, 36, 39, 40, 42 e 44, utilizando-se um penetrômetro de impacto. Os talhões apresentaram valores médios da resistência mecânica do solo acima de 4 MPa e esses altos valores podem estar associados ao uso do solo que antes dos plantios de eucalipto era pastagem e também devido a condição de baixo teor de umidade do solo no período em que foi realizada a determinação da resistência mecânica do solo.

  14. INVERSÃO NEOTECTÔNICA DO RELEVO NA BACIA POTIGUAR, NORDESTE DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rúbson Pinheiro Maia

    2014-04-01

    Full Text Available A maioria dos trabalhos de geomorfologia, desenvolvidos em bacias sedimentares discorrem sobre aspectos evolutivos com ênfase na dissecação, sem, no entanto abordar a gênese das morfoestruturas. Essas morfoestruturas correspondem às formas de relevo condicionadas pela reativação de falhas e demais deformações tectônicas. Exemplos dessas deformações podem ser encontrados nas bacias sedimentares do Nordeste brasileiro e tais estruturas estão condicionadas aos processos de reativação pós-rifte. Esses processos envolvem a reativação de falhas e dobras sob regime compressional e exercem suma importância na geração de estruturas deformacionais, na orientação de processos erosivos e no controle da drenagem. Nesse contexto, a Bacia Potiguar, situada na margem equatorial do Brasil, foi afetada por eventos deformacionais associados ao tectonismo cenozoico. Tais eventos geraram morfoestruturas que influenciam os processos de evolução geomorfológica da bacia, onde os campos de tensões cenozoicos foram responsáveis pelas deformações no topo da seção pós-rifte, originando antiformes dômicos que atualmente condicionam a drenagem, a dissecação e a deposição quaternária. Desse modo, na Bacia Potiguar, as principais unidades do relevo (Serras do Mel e de Mossoró e Vales dos Rios Mossoró e Açu apresentam evidências da participação do fator estrutural na sua gênese. Tal constatação advém da análise dos campos de tensões cenozoicos e sua repercussão no relevo, da caracterização da reativação de falhas neotectônicas, amplitudes altimétricas da seção pós-rifte e dos depósitos neógenos, quaternários e análise da rede de drenagem.

  15. Ecologia da paisagem de remanescentes florestais na bacia hidrográfica do Ribeirão das Pedras - Campinas -SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Luiz Etto

    2013-12-01

    Full Text Available A fragmentação dos extratos florestais e o uso de terras, muitas vezes sem os cuidados necessários para mitigação dos impactos decorrentes das atividades antrópicas, geram ecossistemas fragilizados por fenômenos como o efeito de borda, ou seja, alterações localizadas nas áreas de contato entre a matriz antropizada e o remanescente florestal. Nesse contexto, este trabalho teve por objetivo estudar a fragilidade dos fragmentos encontrados na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras, no Município de Campinas, SP, Brasil, utilizando técnicas de geoprocessamento. Com a base cartográfica do município, avaliaram-se o tamanho do fragmento e a tendência de formato alongado ou circular. Com base em dados cartográficos de 1962, 1972 e 2006, observou-se o declínio quantitativo e qualitativo dos fragmentos. Devido ao processo de urbanização não planejada do município, os fragmentos de menor área foram desmatados. Estes, apesar de não terem capacidade ecológica para sustentar níveis tróficos mais elevados, servem como "trampolins ecológicos", contribuindo para o fluxo biológico. De maneira análoga, os remanescentes maiores também foram desmatados e sua área, reduzida. De maneira geral, o formato dos fragmentos passou a tender para o formato alongado, o que sugere maior contato entre os remanescentes e a matriz antrópica, aumentando, assim, a vulnerabilidade dos fragmentos. Destaca-se o caso do remanescente de Cerrado encontrado no extremo nordeste da bacia que possui tendência de formato alongado (IC = 0,62 e área reduzida (0,38 ha, mostrando-se, assim, muito vulnerável às pressões antrópicas. Assim, conclui-se que os fragmentos florestais da bacia hidrográfica estudada estão altamente vulneráveis.

  16. CAPACIDADE DE USO DAS TERRAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO JIQUIRIÇÁ, RECÔNCAVO SUL DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natanaildo Barbosa Fernandes

    2010-08-01

    Full Text Available Esse trabalho tem como objetivo caracterizar dos aspectos ambientais e determinar a capacidade do uso dos solos da bacia hidrográfica do Jiquiriçá. Para isso, utilizaram-se técnicas de geoprocessamento para delimitar a bacia hidrográfica do Jiquiriçá a partir do modelo digital de elevação; caracterizou-se o ambiente da bacia hidrográfica do Jiquiriçá; identificaram-se as áreas de Preservação Permanente; caracterizaram-se os aspectos socioeconômicos e elaborou-se o mapa de capacidade de uso das terras para fins agrícolas, com base na interação dos fatores ambientais caracterizados. Como resultado, foi obtido um novo mapa político da bacia hidrográfica do rio Jiquiriçá baseado nos divisores de águas. Também foi observado que 58,18% da bacia hidrográfica encontram-se sob o clima semi-árido (BS e 38, 50% sob o clima tropical com estação seca, fatores que contribuem para a limitação do uso das terras na bacia hidrográfica. A principal classe de capacidade de uso encontrada foi a classe II, que são terras cultiváveis com problemas simples de conservação e/ou de manutenção de melhoramentos, ocupando 71,36% da área da bacia hidrográfica do Jiquiriçá, indicando o grande potencial agrícola da área estudada.

  17. EFEITO DE BORDA EM REMANESCENTES DE FLORESTA ATLÂNTICA NA BACIA DO RIO TAPACURÁ, PERNAMBUCO

    OpenAIRE

    Oliveira,Lamartine Soares Cardoso de; Marangon,Luiz Carlos; Feliciano,Ana Lícia Patriota; Lima,Aldení Silva de; Cardoso,Mércia Soares de Oliveira; Santos,Wedson Batista dos

    2015-01-01

    Neste trabalho objetivou-se avaliar o efeito de borda sobre o componente arbóreo em dois fragmentos de Floresta Atlântica na Bacia do Rio Tapacurá-PE. Para amostragemdo componente adulto, foram plotadas 15 parcelas de 10 x 25 m e subparcelas de 1 x 25 m para a regeneração. As parcelas foram dispostas em três ambientes, cada uma com cinco unidades amostrais, conforme distância da borda. As comparações entre os ambientes foram realizadas por meio da composição de espécies, Diagrama de Venn e an...

  18. Mapeamento da Fragilidade Ambiental na Bacia do Rio Aldeia Velha, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana Cola Valle

    Full Text Available RESUMO Este trabalho apresenta um modelo para determinar a fragilidade ambiental em bacias hidrográficas. O estudo foi realizado na Bacia do Rio Aldeia Velha, RJ, localizada na zona de contato e transição entre a baixada litorânea e o relevo montanhoso da Serra do Mar. Fatores que influenciam a ocorrência de processos erosivos foram integrados por algoritmos em um SIG para construção de classes de fragilidade. A análise multicriterial considerou o modelo numérico de terreno, dados oficiais sobre variáveis ambientais, imagem orbital de alta resolução e a opinião de especialistas. Através de informações secundárias sobre pedologia, intensidade das chuvas e declividade do terreno gerou-se o Mapa de Fragilidade Potencial (MFP. Através da combinação desse mapa com informações sobre uso e cobertura da terra obteve-se o Mapa da Fragilidade Emergente (MFE. Os resultados mostram que mais de 70% da área da bacia possui fragilidade ambiental considerada alta ou muito alta, tanto potencial como emergente. Os Processos Erosivos Aparentes (PEA relacionaram-se positivamente com as áreas de alta fragilidade nos produtos cartográficos finais, destacando regiões mais propensas à intensificação de movimentos de massa e prioritárias para prevenção contra perda de solo. Os modelos geraram informações importantes para o planejamento territorial, possibilitando um zoneamento acessível e de fácil atualização para as prefeituras municipais e organizações da sociedade civil, inclusive para o monitoramento das áreas de alta fragilidade ambiental.

  19. Análise de impactos socioambientais da infra-estrutura de transporte na Bacia do Purus-AM.

    OpenAIRE

    Andrés Leandro Gumiero Jaime

    2008-01-01

    A bacia do rio Purus, na Amazônia Ocidental, apesar de figurar como uma das menos antropizadas bacias da margem direita do complexo Solimões-Amazonas, já apresenta pontos de impacto antrópico associado à expansão da fronteira agropecuária. Tal impacto tem no estabelecimento da infra-estrutura de transportes seu principal eixo de avanço. Foi feita a simulação de alguns trechos de rodovias interligando municípios correspondente ao médio Purus (conforme designação proposta por SOUSA JÚNIOR et al...

  20. AMEAÇAS E DESASTRES NATURAIS NA AMAZÔNIA SUL OCIDENTAL: ANÁLISE DA BACIA DO RIO PURUS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Marini Pereira

    2016-04-01

    Full Text Available A região Sul Ocidental da Amazônia no Brasil registra numerosos eventos hidroclimáticos extremos e desastres naturais, mas poucos trabalhos as analisam na escala de bacias hidrográficas. Com vistas a contribuir para a gestão de risco de desastres na Amazônia, esta pesquisa analisa as ameaças e os desastres naturais na bacia transfronteiriça do rio Purus. São empregados dados fluviométricos, documentos oficiais de organismos de defesa civil e informações de artigos jornalísticos para identificação, descrição e mapeamento das ameaças e desastres entre 1971 e 2012. Foram identificados 17 anos com variações hidrológicas extremas, 104 registros de desastres associados ao incremento e à intensa redução das precipitações com mais de 400.000 pessoas afetadas e danos materiais, ambientais, sociais e econômicos acima 450 milhões de Reais. As áreas mais ameaçadas são os municípios de Rio Branco (AC e Boca do Acre (AM, situadas na região do alto curso da bacia do rio Purus, e que registram as maiores populações da bacia. Concluiu-se que uma abordagem holística dos fatores e processos envolvidos numa unidade de analise como a bacia hidrográfica e a quantificação de danos e prejuízos são elementos fundamentais no subsidio as discussões acerca do planejamento e gestão de riscos de desastres na Amazônia.

  1. PLANEJAMENTO AMBIENTAL PARA BACIAS HIDROGRÁFICAS: CONVERGÊNCIAS E DESAFIOS NA BACIA DO RIO CAPIBARIBE, EM PERNAMBUCO-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Pereira Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo estudar a implementação das políticas públicas na gestão dos recursos hídricos no Estado de Pernambuco, especificamente, na Bacia Hidrográfica do Capibaribe, e também, avaliar se estão contribuindo para a sustentabilidade da bacia. Para tanto, utilizou-se o método qualitativo e a metodologia de estudo de caso, com o auxílio do uso das técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Os resultados mostraramque a integração do planejamento ambiental com a gestão dos recursos hídricos em Pernambuco, necessitada atuação mais comprometida do Estado e da ampliação de participação da sociedade civil organizada. Embora, haja progressos moderados, a promoção da sustentabilidade hídrica ainda está em construção.

  2. Determinação de áreas prioritárias para o restabelecimento da cobertura florestal, apoiada no uso de geotecnologias

    OpenAIRE

    Catelani,Celso de Souza; Batista,Getulio Teixeira; Targa,Marcelo dos Santos; Dias,Nelson Wellausen

    2012-01-01

    A determinação de áreas prioritárias para o restabelecimento da cobertura florestal nativa em bacias hidrográficas se constitui numa necessidade diretamente associada à probabilidade de sucesso efetivo na recuperação e na maximização dos recursos necessários. No entanto, para atender a essa finalidade, a complexidade no tratamento e o volume de dados ambientais espacializados necessários requerem um aparato tecnológico capaz de processar dados de apoio à análise multicriterial como ferramenta...

  3. Ãgua SubterrÃnea na Bacia Experimental de Aiuaba-CE

    OpenAIRE

    Josà Edberto da Silva

    2009-01-01

    A Bacia HidrogrÃfica Experimental de Aiuaba (BEA), està situada dentro da EstaÃÃo EcolÃgica de Aiuaba, no municÃpio de Aiuaba, Estado do CearÃ, portanto, livre da aÃÃo antrÃpica (fertilizantes, fontes de poluiÃÃo, impactos, etc). O fluxo subterrÃneo em meio poroso e fraturado à pouco conhecido na regiÃo. Para o seu estudo, foi realizado um levantamento geofÃsico utilizando o mÃtodo âVery Low Frequencyâ (VLF), para identificar os tipos de fraturas existentes nas rochas da regiÃo, como tambÃm p...

  4. Modificações nas propriedades dos solos de uma área de manejo florestal na Chapada do Araripe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Oliveira Araújo

    2013-06-01

    Full Text Available A Chapada do Araripe possui grande diversidade ambiental, onde é predominante o Latossolo Vermelho-Amarelo. Nela encontra-se a Floresta Nacional do Araripe (FLONA e várias unidades de manejo florestal (UMF. O objetivo deste estudo foi utilizar a análise multivariada para obter-se um indicador básico que represente um conjunto de atributos físicos, químicos e biológicos utilizados como indicadores de modificações nas propriedades dos solos de uma UMF. Foram analisados, em triplicata, na profundidade de 0-20 cm, solos de 15 pontos da UMF e quatro da FLONA, onde foram determinados nove atributos utilizados na identificação das peculiaridades de grupos de estado de recuperação dos solos e suas principais diferenças. A análise demonstrou que dois componentes principais respondem por aproximadamente 76 % da variância dos dados: o primeiro é o indicador da qualidade biológica, química e física dos solos; e o segundo, do estado de compactação. A análise de agrupamento multivariada, aplicada ao primeiro componente principal, evidenciou a formação de três grupos: um da FLONA e dois contendo amostras da UMF, em diferentes estados de recuperação. A utilização do teste de Tukey em nível de 5 % no agrupamento dos teores de matéria orgânica dos solos apresentou os mesmos grupos da análise de agrupamento multivariada, indicando que esse atributo pode ser utilizado como indicador básico na área de estudo.

  5. TAXA DE PREDAÇÃO DE NINHOS ARTIFICIAIS EM UMA ÁREA DE MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA CENTRAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Souza de Moura

    2017-01-01

    Full Text Available A predação de ninhos vem sendo sugerida como uma das causas do declínio de populações de aves, influenciando a estrutura e funcionamento das comunidades.  Apesar de diversos estudos terem avaliado fatores relacionados às variações nas taxas de predação de ninhos, poucos verificaram os efeitos do manejo florestal sustentável sobre estas taxas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência do manejo florestal sustentável sobre a taxa de predação de ninhos artificiais em uma floresta de terra firme na Amazônia Central. Para isso foram instalados ninhos artificiais em três áreas entre 11/2014 e 06/2015. Dos 240 ninhos montados 72 foram predados, sendo 29 na área não manejada, 24 na Área de Preservação Permanente e 19 na área manejada. Dos 72 ninhos predados 55,56% foram ninhos de sub-bosque e 44,44% ninhos de solo. A menor taxa de predação na área manejada pode estar relacionada às alterações na estrutura da vegetação e ao consequente afugentamento dos predadores.

  6. USO DO SOLO E COBERTURA VEGETAL NA BACIA DO ALTO CURSO DO RIO UBERABA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lucia Abdala

    2011-04-01

    Full Text Available As informações geradas do meio físico, levando em consideração a declividade, solos e uso das terras, permitem conhecer as características e as condições das áreas, fornecendo subsídios para atividades de análise ambiental e planejamento conservacionista. O presente estudo teve objetivo de delimitar, identificar e avaliar as diferentes categorias de uso do solo e cobertura vegetal na área bacia do alto curso do rio Uberaba, numa área de aproximadamente 528 km2, localizadas entre as coordenadas geográficas 19° 30’ e 19o 45’ sul e 47o 38’ e 48o 00’ oeste de Greenwich. Utilizou-se técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para mapeamento da bacia em estudo. A cobertura vegetal natural remanescente é caracterizada pelos seguintes tipos: mata/cerradão (galeria, topo e encostas, cerrado, campo cerrado (sujo que juntos perfazem o equivalente a 30.363,57 hectares (57% da área; A vegetação natural vem sendo substituída em sua maior parte por pastagens e cultura anuais; A área em estudo é caracterizada em sua maior parte pelo seu relevo plano com baixas declividades; Os canais de 1º e 2º ordem dos córregos que nascem nas bordas da chapada é que mantém o volume de água do rio Uberaba no período seco.

  7. Contribuição dos créditos de carbono na viabilidade econômica dos contratos de fomento florestal no sul da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erlon Barbosa Valdetaro

    2011-12-01

    Full Text Available A região do extremo sul da Bahia é caracterizada por sua extensa produção de eucalipto. Grandes empresas do setor de celulose e papel desempenham importante função na economia da região através dos programas de fomento florestal. Além disso, tem-se que alguns produtores fomentados por essas empresas possuem interesse em incrementar o retorno financeiro de seus contratos de fomento florestal através do recebimento de crédito de carbono. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a contribuição dos créditos de carbono na viabilidade econômica nos contratos de fomento florestal da região. O Valor Presente Líquido (VPL, a Taxa Interna de Retorno (TIR e o Valor Anual Equivalente (VAE foram os indicadores utilizados na avaliação financeira, a uma taxa de desconto de 10% ao ano, em 45 contratos de fomento distribuídos em 11 municípios da região, e estimou-se o potencial de estocagem de carbono utilizando dados de estoque de carbono do momento em que os contratos atingiram a idade técnica de corte. Os produtores florestais informaram dados referentes à produção, produtividade e rentabilidade do plantio de eucalipto em seus contratos de fomento. Os resultados da pesquisa mostram que a comercialização dos créditos de carbono pode aumentar consideravelmente a viabilidade financeira do contrato de fomento. Dessa forma, pode-se concluir que o comércio de créditos de carbono é uma atividade viável na região e aumentará os ganhos dos produtores fomentados.

  8. Perspectivas de desenvolvimento sustentável para o setor florestal na América Latina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Grimaldi de Castro

    1996-08-01

    Full Text Available A proposta de desenvolvimento sustentado representa atualmente elemento de aprofundamento das discussões quanto ao real significado dos conceitos de progresso e desenvolvimento econômico e social. A premência por alternativas estabelecida a partir das crises ambiental e de recursos tem induzido a procura de estratégias que traduzam uma solução consistente de continuidade dos processo de desenvolvimento, sem que para isso ocorra o comprometimento da base de sustentação das atividades produtivas. As perspectivas de desenvolvimento sustentado para o setor de papel e celulose na América Latina, especificamente quanto às atividades de exploração florestal, estão intimamente relacionadas a dois aspectos fundamentais: estabelecimento de uma sistemática de negociação política entre o setor produtivo e demais representantes da sociedade; inserção dos empreendimentos dentro de uma escala mais ampla, na qual estes estejam plenamente integrados à programas de desenvolvimento regional multi-setoriais. Ademais, torna-se cada vez mais necessária a consideração de particularidades ambientais, sociais e políticas inerentes a determinado local/região. Especificamente quanto a economias e sociedades latino-americanas, o reconhecimento do contexto histórico de desenvolvimento regional constitui elemento fundamental de planejamento estratégico e de compreensão do contexto ambiental e político. O estado das artes em ciência e tecnologia, embora apresente um nível significativo de incerteza, permite a incorporação e desenvolvimento de novas estratégias de gerenciamento. A gestão ambiental, representada pelo gerenciamento de processos ambientais e produtivos de forma integrada, apresenta-se como alternativa viável de transição para um modelo de maior sustentabilidade. Programas de planejamento estratégico, aliados a sistemas dinâmicos de gerenciamento ambiental, constituem as ferramentas atualmente disponíveis para implementa

  9. Identificação de áreas prioritárias para recuperação florestal com o uso de rede neural de mapas auto-organizáveis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Felipe Balué Arcoverde

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar áreas prioritárias para a recuperação florestal e analisar variáveis a elas relacionadas através da rede neural artificial (RNA de Mapas Auto-Organizáveis (SOM, em duas escalas. Primeiramente, procurou-se identificar uma sub-bacia hidrográfica prioritária para a recuperação florestal na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Paulista (UGRHI do rio Paraíba do Sul por SOM. Para isto, foram utilizadas variáveis de conectividade ambiental e cobertura florestal. Definiu-se uma sub-bacia hidrográfica situada na represa do Jaguari, município de Igaratá, para estudo em uma escala de maior detalhe. Nas Áreas de Proteção Permanentes (APPs englobadas nesta sub-bacia hidrográfica, foi realizada uma nova análise por SOM. Neste caso, foram consideradas variáveis de distância a fragmentos florestais, a áreas urbanas, a estradas pavimentadas e a construções rurais, assim como o Índice de Vegetação por Diferença Normalizada e o Potencial Natural de Erodibilidade Laminar. Em ambas as escalas, as áreas prioritárias para a recuperação florestal foram determinadas através de histogramas do somatório dos valores dos Mapas Auto-Organizáveis de cada variável por agrupamentos delimitados. Por fim, foi gerado um mapa de contribuição de amostras para neurônios vencedores, o que permitiu uma nova abordagem para a análise dos agrupamentos gerados.

  10. Aplicação do Código Florestal Brasileiro como Subsídio para o Planejamento Ambiental: um Estudo de Caso na Região Noroeste do Estado do Rio de Janeiro / Applying the Brazilian Forest Code as support to environmental planning: a case study in northwestern Rio de Janeiro State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio B. Bhering

    2010-04-01

    Full Text Available O trabalho verifi cou a aplicação do Código Florestal Brasileiro (CFB na bacia do Córrego Santa Maria, na região Noroeste Fluminense (RJ, como subsídio para o planejamento ambiental. Essa bacia localiza-se inteiramente no Município de São José de Ubá e vem sendo submetida a diferentes processos de uso e ocupação do solo, culminando com problemas erosivos e hídricos. Para realização do trabalho foi elaborado o mapa de uso e ocupação do solo atual por meio de classifi cação automática supervisionada, utilizando-se fotos aéreas da Companhia de Energia do Rio de Janeiro (CERJ e do Departamento de Recursos Minerais - DRM/RJ. Para elaboração do mapa de uso e ocupação do solo com o cenário estabelecido no artigo 2º do CFB foi criada uma faixa de entorno. Os resultados indicam que ocorreria confl ito entre a utilização do CFB e o uso atual para ás áreas a agricultura e pecuária,solo exposto e área urbana. No caso da agricultura e pecuária, o uso confl itante poderia ser amenizado com práticas de manejo e conservação adequadas. A aplicação do CFB contribuiria signifi cativamente para aumento das APP (fl oresta, promovendo aumento da infi ltração de água no solo e recarga do sistema aquífero, diminuição do escoamento superfi cial e da erosão dos solos.

  11. Ensaio cartografico para a determinação da fragilidade ambiental na bacia hidrografica do Rio Verde (SP)

    OpenAIRE

    Juliano Pereira de Mello

    2008-01-01

    Resumo: Este trabalho apresenta um ensaio cartográfico para a determinação da fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP), a qual está localizada numa área de contato entre as rochas cristalinas da Serra da Mantiqueira e os terrenos sedimentares da Depressão Periférica Paulista. Procedemos na construção de um apanhado conceitual e metodológico definindo e explorando os conceitos de planejamento e gestão, susceptibilidade, sensibilidade, fragilidade e vulnerabilidade ambienta...

  12. Melhoramento florestal: ênfase na aplicação da biotecnologia Forestry improvement: emphasis on biotechnology application

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Pascoal Golle

    2009-08-01

    Full Text Available As espécies florestais possuem grande importância econômica, pois oferecem diversos produtos fundamentais para a sociedade. Técnicas de melhoramento podem aumentar a produtividade das florestas plantadas, oferecer características desejadas à indústria e reduzir impactos ambientais. No entanto, a baixa variabilidade existente em espécies florestais de crescimento rápido, o longo período para os ciclos reprodutivos e as dificuldades encontradas para a realização de cruzamentos controlados podem inviabilizar tais procedimentos. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão sobre a contribuição do Melhoramento Genético em espécies perenes, relatando técnicas convencionais e dando especial ênfase à biotecnologia. A cultura de tecidos, a utilização de marcadores moleculares e a transformação genética oferecem soluções únicas para o melhoramento florestal. As principais características que vêm sendo melhoradas estão ligadas à produção de biomassa, alteração na composição de lignina, resistência a pragas, tolerância a herbicidas, macho-esterilidade e fitorremediação. Contribuições significativas para a indústria e o ambiente têm sido alcançadas por meio dessas técnicas.Forest species have great economic importance due to the wide range of important products offered to society. Techniques improvement can increase the productivity of planted forests, providing the desired characteristics to industry, as well as, reducing environmental impacts. However, the low variability existing in fast-growing species, the long reproductive cycles period and the difficulties encountered when conducting controlled crossings may prevent such procedures. The aim of this research was to carry out a review on the contribution of genetic improvement in perennial species. Conventional techniques with special emphasis on biotechnology were reported. The tissue culture, the use of molecular markers and genetic transformation

  13. Erosão hídrica e taxa de entrega de sedimentos na bacia hidrográfica semiárida do riacho Exu, PE.

    OpenAIRE

    Cícero Gomes dos Santos

    2013-01-01

    A compreensão dos processos envolvidos na produção e transferência de sedimentos dentro do ciclo hidrossedimentológico em uma bacia hidrográfica depende fundamentalmente do entendimento de fatores controladores da taxa de entrega destes sedimentos, ou seja, da produção de sedimentos e das formas de erosão bruta. Desta maneira, o objetivo deste trabalho foi determinar a taxa de entrega de sedimento na bacia hidrográfica do riacho Exu no semiárido Pernambucano através da produção de sedimento t...

  14. Avaliação ambiental do processo de inovação tecnológica na colheita florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Carlos de Freitas

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil impactante do processo de inovação tecnológica na colheita florestal. Analisou-se o processo de inovação quando da mudança do subsistema tradicional (Motosserra + Forwarder para o inovado (Feller Buncher + Clambunk Skidder. Utilizou-se um método consolidado para avaliação de impacto ambiental da inovação tecnológica na agropecuária, que avalia o desempenho ambiental de uma dada metodologia ou tecnologia em relação àquela previamente estabelecida. O método foi adaptado para avaliação de impactos na colheita florestal. Os impactos foram analisados para os indicadores dos meios físico (atmosfera; solo, água; biótico (flora e fauna e antrópico (emprego; saúde, paisagismo e gestão. Elaboraram-se matrizes para cada indicador, sendo estas ponderadas em relação à escala de ocorrência e fator de importância. Técnicos da área de colheita florestal realizaram o preenchimento das matrizes utilizando coeficientes de alteração previamente definidos. O coeficiente de impacto resultou do produto do coeficiente de alteração pelos fatores de ponderação, sendo avaliado numa escala de -15 a +15. O índice geral de impacto foi determinado para o mesmo padrão de escala. De acordo com a média das três avaliações, dois indicadores apresentaram coeficiente de impacto positivo (saúde e gestão; seis mostraram coeficiente negativo (atmosfera, solo, flora, fauna, emprego e paisagismo e um manteve-se inalterado (água. O índice geral de impacto mostrou-se positivo (1,29, indicando, no contexto global, condições ambienteis favoráveis quando da adoção do subsistema inovado.

  15. MITOLOGIA DOS ORIXÁS E UMBANDA: DUAS BACIAS SEMÂNTICAS NA PERSPECTIVA DE DURAND

    OpenAIRE

    Freitas, Cilma Laurinda

    2016-01-01

    Com base em alguns conceitos de Gilbert Durand (tópica sociocultural do imaginário, bacia semântica, mitoanálise, regimes diurno e noturno do imaginário), esta tese de doutorado investiga duas tópicas socioculturais do campo religioso, a mitologia dos orixás (africana) e a Umbanda (brasileira), ambas consideradas como bacias semânticas e tipificadas como pertencentes ao regime noturno do imaginário (estando, porém, a Umbanda em fase de transição de...

  16. ESTIMATIVA DA FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL NA MICROBACIA SEPOTUBINHA, NOVA MARILÂNDIA – MT, NOS ANOS DE 1990 E 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Viana Massoli

    2016-12-01

    Full Text Available A fragmentação florestal é um dos principais fatores que afetam a sustentabilidade dos recursos naturais, da biodiversidade e, consequentemente, da qualidade de vida da sociedade. Considerando isso, o objetivo deste estudo foi avaliar a fragmentação florestal na microbacia Sepotubinha, entre os anos de 1990 e 2014, utilizando as métricas da paisagem. Realizou-se um mapeamento dos fragmentos florestais, com base em uma classificação supervisionada de imagens do satélite Landsat. Os resultados obtidos demonstram que houve uma redução de 42% da Floresta original. Observou-se também uma redução de 39,26% de área nuclear de habitat e uma expressiva mudança na forma dos fragmentos, apresentando geometrias mais susceptíveis ao efeito de borda.O isolamento dos fragmentos foi o aspecto da paisagem menos afetado com o processo de desmatamento, uma vez que o retalhamento dos fragmentos grandes em vários de menor tamanho reduziu a distância média entre eles. Sugere-se que estudos futuros produzam informações sobre os processos ecológicos na microbacia Sepotubinha, pois desta forma será possível entender a relação padrão espacial e processos ecológicos, e assim produzir informações de maior valia para gestão ambiental da paisagem.

  17. Efeitos multiplicadores do setor florestal na economia capixaba Multiplier effects of the forest sector on the economy of the state of Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Renato Valverde

    2005-02-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar a importância do setor florestal para o desenvolvimento social e econômico do Estado do Espírito Santo, por meio dos multiplicadores de impacto nos indicadores sociais e econômicos. Analisando dados do ano de 1999, observou-se que aumentos de 10% na produção florestal são suficientes para resultar na geração de mais 1.363 empregos formais no estado, de R$9,354 milhões nas remunerações salariais, de R$77,716 milhões no Produto Interno Bruto (PIB e de R$2 milhões na arrecadação de ICMS do estado, sendo aproximadamente 90% desses valores gerados dentro do próprio setor.The objective of this study was to evaluate the importance of the forest sector to the social and economical development of the State of Espírito Santo using impact multipliers on social and economical indicators. Analyzing data from 1999 it was observed that increases of 10% in forest production is enough to result in the generation of more than 1.363 formal job positions in the State, R$9,354 million in salaries, R$77,716 million in Gross Domestic Product (GDP and R$2 million in ICMS collection for the State, with approximately 90% of these values being generated within the forestry sector itself.

  18. ESTIMATIVA DAS CARGAS DE EFLUENTES INDUSTRIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA TAQUARI-ANTAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Tatiana Reyes Gomez

    2017-04-01

    Full Text Available Os recursos hídricos representam, para a sociedade e o ambiente, um papel de suma importância. Em termos de sociedade relacionamos os múltiplos usos que se fazem destes, sem esquecer que o principal uso é para o consumo e abastecimento das necessidades primárias. Já, em termos de meio ambiente, sabemos que são os pilares para o suporte e desenvolvimento da biodiversidade e produção de biomassa na terra. A destinação dos resíduos industriais é uma preocupação na atualidade, e mesmo as indústrias sendo obrigadas a tratar seus resíduos antes de despejá-los nos corpos hídricos, não o estão executando com eficiência. Uma das razões que levam a esta situação é a falta de conhecimento dos efeitos que seus resíduos podem ocasionar, deixando-os em um segundo plano, outra razão é o orçamento elevado que se requer para investir em uma estação de tratamento de efluentes, considerando não somente a construção, mas também a demanda que exige a sua manutenção. A ideia parte do pressuposto de que é difícil acessar as informações referentes aos efluentes industriais gerados, sendo muitas vezes desconhecida a atividade industrial presente. Indo ao encontro da busca de soluções para esta problemática se realizou uma estimativa da carga de potencial poluidor dos efluentes industriais, tendo como área de estudo a bacia hidrográfica Taquari-Antas. Um total de 393 indústrias foram classificadas em 24 setores. O potencial poluidor de Metais da Água (MA, Tóxicos da Água (TA, Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO e Sólidos em Suspensão Totais (SST para o meio aquático foi estimado através da metodologia The Industrial Pollution Projection System (IPPS.

  19. PERDAS DE SOLO, ÁGUA E NUTRIENTES POR EROSÃO HÍDRICA EM UMA ESTRADA FLORESTAL NA SERRA CATARINENSE

    OpenAIRE

    Oliveira,Luciane Costa de; Bertol,Ildegardis; Barbosa,Fabrício Tondello; Campos,Mari Lucia; Mecabô Junior,José

    2015-01-01

    RESUMO O uso do solo influencia a erosão hídrica, sendo que, em geral, em estradas dentro de áreas reflorestais são altas as perdas de solo, água e elementos químicos. O trabalho objetivou quantificar as perdas de solo, água e elementos químicos causadas pela erosão hídrica durante 17 meses, sob chuva natural, em uma estrada dentro de uma área de reflorestamento de pinus. O estudo foi realizado no município de Campo Belo do Sul - SC, na Florestal Gateados Ltda., em um solo Nitossolo Háplico t...

  20. Utilização do Sig na Delimitação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s na Bacia do Rio Sagrado (Morretes/PR / Use of Gis in the Delimitation of Mandatory Preservation Areas in the Hydrographic Basin of Sagrado River (Morretes/PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexei Nowatzki

    2010-04-01

    Full Text Available O presente trabalho se enquadra no Programa CAD (Contaminantes, Assoreamento e Dragagem no Estuário de Paranaguá/PR, tendo por objetivo a utilização do SIG (Sistema de Informações Geográficas para a delimitação das �?reas de Preservação Permanente (APP’s, na bacia hidrográfica do Rio Sagrado (Morretes/PR. Como etapa preliminar efetuou-se o estudo da legislação brasileira vigente (Código Florestal e resoluções CONAMA no que se refere à delimitação das APP’s. Em seguida, por meio do software ArcGIS 9.2, foram delimitadas as seguintes categorias de APP: 1 nascentes, 2 mata ciliar, 3 entorno de reservatórios, 4 topo de morros/montanhas, 5 linhas de cumeada, 6 encostas acima de 45 graus de declividade e 7 mangues. A utilização SIG mostrou-se uma eficiente ferramenta para delimitação das �?reas de Preservação Permanente, a partir dos resultados verificou-se a existência de dois grupos de APP’s: o primeiro representado pelo conjunto das categorias 1,2 e 3, com 51,1% do total mapeado, e um segundo representados pelo conjunto das categorias 4, 5,6 e 7, com 48,07% do total das APP’s da bacia. A APP de Mata Ciliar possui a maior representatividade com 28,9km2 tendo como principal funcionalidade ambiental a preservação dos recursos hídricos.

  1. CONECTIVIDADE DA PAISAGEM NA BACIA DO RIO SANA (RJ: RELAÇÃO ENTRE ÁREAS DE CAPTAÇÃO EFETIVA E TIPOS DE BLOQUEIOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Silva Duarte

    2017-10-01

    Full Text Available A transferência de água e sedimentos em um sistema fluvial é influenciada, dentre outros aspectos, por bloqueios que interrompem o transporte desses materiais e diminuem a conectividade da paisagem em bacias hidrográficas. O estudo identifica a natureza desses bloqueios e sua influência na área de captação efetiva e conectividade da Bacia do rio Sana, afluente do rio Macaé, localizado na região norte do estado do Rio de Janeiro. A metodologia estabelece a declividade das encostas como principal fator controlador do processo, determina especificações para o mapeamento dos bloqueios e da área de captação efetiva, e, ainda, indica parâmetros para classificação do grau de conectividade de bacias hidrográficas. Foram identificados seis tipos de bloqueios, classificados como Zona Tampão (impedem a conectividade encosta-canal ou Barreiras (interferem no fluxo de água e sedimentos entre tributários e canal principal, incorporados separadamente à modelagem da área de captação efetiva, devido às suas particularidades na influência do aporte de sedimento e água ao sistema fluvial. Neste contexto, a Bacia do rio Sana apresentou-se conectada quando considerados os bloqueios do tipo Zona Tampão e desconectada, quando adicionados os bloqueios do tipo Barreiras. Considerando os resultados alcançados, pode-se dizer que a utilização da abordagem de conectividade na escala de análise de bacia hidrográfica demonstrou-se adequada, pois contempla os processos naturais e antrópicos na evolução da paisagem.

  2. ESTUDO DOS ÍNDICES EXTREMOS DE TEMPERATURA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO BAIXO RIO COLORADO - EUA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Regina da Cunha Dantas Araújo

    2015-03-01

    Full Text Available O aquecimento global vem sendo assunto constante em toda parte do planeta. Essa elevação na temperatura atmosférica pode gerar uma série de complicações sociais, econômicas e ambientais. Dessa forma, esta pesquisa objetiva analisar as tendências dos índices de extremos climáticos anuais, dependentes da temperatura na região da Bacia Hidrográfica do Baixo Rio Colorado situada no sudoeste dos EUA, e com isso investigar os possíveis impactos da variabilidade climática recente sobre a área de estudo no período de 1970 a 2009. Os dados de temperatura foram obtidos de 81 estações meteorológicas distribuídas na região da Bacia Hidrográfica do Baixo Rio Colorado, compreendendo os estados americanos do Arizona, Califórnia, Nevada, parte sudoeste do Novo México e parte sudoeste de Utah. Utilizou-se o software RClimdex no cálculo dos índices extremos de temperatura do ar. Dos índices climáticos de temperatura analisados, verificou-se que o índice Dias de Verão (DV contribuiu para dias mais quentes na região de estudo. O índice Noites Tropicais (NT mostrou aumento dos dias com temperatura mínima maior que 20° C. O número de dias frio e os valores mínimos das temperaturas máxima e mínima aumentaram. Por outro lado, o valor máximo da temperatura máxima não indicou um padrão de tendência com significância estatística.

  3. ANÁLISE ESPACIAL DA ACESSIBILIDADE A EQUIPAMENTOS PÚBLICOS COMUNITÁRIOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO DO SALSO – PORTO ALEGRE/RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Marques Strohaecker

    2015-10-01

    Full Text Available O trabalho investigatório objetivou analisar o grau de acessibilidade aos equipamentos públicos comunitários através do uso de Sistemas de Informação Geográfica (SIG. A área de estudo selecionada foi a Bacia Hidrográfica do Arroio do Salso, na zona sul do município de Porto Alegre. A operacionalização da pesquisa foi baseada na produção de tabelas, gráficos e mapas temáticos com o uso do software de SIG Arc Gis 10.1.. Como conclusão, destaca-se que o bairro Restinga apresenta acessibilidade qualificada para todos os equipamentos públicos comunitários analisados na área da Bacia do Salso. Por outro lado, existe a necessidade de se ampliar o número de equipamentos de ensino e de lazer na área da bacia.     SPATIAL ANALYSIS OF PUBLIC EQUIPMENTS COMMUNITY ACCESSIBILITY IN BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO DO SALSO – PORTO ALEGRE/RS Abstract The objective of this study is to analyze the degree of accessibility to public equipments community through use Geographic Information Systems (GIS. The area selected for study was Bacia Hidrográfica do Arroio do Salso, located in the south of Porto Alegre. The operationalization of this research was based on the production of tables, graphs and thematic maps using GIS software Arc GIS 10.1. In conclusion, it is highlighted that Restinga district has qualified accessibility to all community equipments analyzed in the area of study. On the other hand, it is necessary to increase the number of educational and recreational equipment in the area of study.

  4. O planejamento integrado de bacia hidrográfica e uso do solo na Escócia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Fabbro Neto

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO A implementação da Diretiva da Água 2000/60/EC demandou a articulação entre a gestão da água e a gestão territorial na comunidade europeia, fomentando a integração entre diferentes níveis de planejamento, como o regional, aplicado na escala da bacia hidrográfica, e o local, aplicado em âmbito municipal. Na Escócia, a integração entre os diferentes setores e escalas de planejamento é conduzida pela aplicação da Avaliação Ambiental Estratégica (AAE. Neste artigo, foram comparados os procedimentos e etapas de elaboração de dois instrumentos de planejamento territorial realizados para a mesma área: o Plano de Bacia Hidrográfica da Escócia para 2009/2015 e sua AAE e o Plano de Desenvolvimento Local de Glasgow para 2010/2015 e sua respectiva AAE. Como resultado, as diferentes características dos instrumentos de planejamento analisados influenciam nos objetivos e no nível de detalhamento utilizado pelas AAEs, cujos resultados conduziram gradativamente à integração dos planos. Como conclusão, o uso da AAE mostrou-se efetivo para propiciar a integração dos diferentes instrumentos de planejamento, atendendo aos requisitos da Diretiva da Água.

  5. Estudo da regeneração natural, banco de sementes e chuva de sementes na reserva genética florestal de Caçador, SC.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Lucia Caldato

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 Este estudo foi realizado na Reserva Genética Florestal de Caçador, no Estado de Santa Catarina no período de agosto de 1995 a janeiro de 1996. Para o estudo da regeneração natural foram instaladas 10 parcelas de 250 m² (10m x 25m. No interior das mesmas foram coletados a camada de solo juntamente com a serapilheira em até 3cm de profundidade em 40 pontos amostrais de 0,5m x 0,5m para a análise do banco de sementes no solo, e instalados 20 coletores com área de 0,5 m x 0,5 m para a avaliação da chuva de sementes. Os resultados mostram que apesar da Araucaria angustifolia ser a espécie dominante no estrato superior da floresta não apresenta indivíduos na regeneração natural e a Mimosa scabrella foi a espécie arbórea mais importante presente no banco de sementes no solo. As relações entre os três parâmetros avaliados evidenciam uma distribuição irregular das espécies na área de estudo.

  6. ESTUDO DA REGENERAÇÃO NATURAL, BANCO DE SEMENTES E CHUVA DE SEMENTES NA RESERVA GENÉTICA FLORESTAL DE CAÇADOR, SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solon Jonas Longhi

    1996-12-01

    Full Text Available Este estudo foi realizado na Reserva Genética Florestal de Caçador, no Estado de Santa Catarina no período de agosto de 1995 a janeiro de 1996. Para o estudo da regeneração natural foram instaladas 10 parcelas de 250 m² (10m x 25m. No interior das mesmas foram coletados a camada de solo juntamente com a serapilheira em até 3cm de profundidade em 40 pontos amostrais de 0,5m x 0,5m para a análise do banco de sementes no solo, e instalados 20 coletores com área de 0,5 m x 0,5 m para a avaliação da chuva de sementes. Os resultados mostram que apesar da Araucaria angustifolia ser a espécie dominante no estrato superior da floresta não apresenta indivíduos na regeneração natural e a Mimosa scabrella foi a espécie arbórea mais importante presente no banco de sementes no solo. As relações entre os três parâmetros avaliados evidenciam uma distribuição irregular das espécies na área de estudo.

  7. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE SANITÁRIA DA ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALMADA – BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Barreto Franco

    2015-07-01

    Full Text Available A qualidade das águas superficiais pode refletir deficiências no saneamento básico de sua bacia de drenagem, bem como impactos resultantes da dinâmica de ocupação do solo e das atividades econômicas ali desenvolvidas. O objetivo desse trabalho foi avaliar a qualidade sanitária da água superficial na bacia hidrográfica do rio Almada, relacionando os resultados ao uso e ocupação do solo. Para tal, foram quantificados os parâmetros coliformes totais e Escherichia coli em amostras de água coletadas em doze pontos de amostragem da bacia, durante cinco campanhas realizadas em 2009 e 2010. Grande parte dos pontos apresentou resultados fora dos padrões estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/05, referente a classe 2 para água doce, destacando-se os resultados obtidos nos trechos à jusante de centros urbanos. Os resultados demonstram a necessidade da melhoria da infraestrutura de saneamento e de um planejamento agroambiental nos municípios da bacia.

  8. Avaliação Multitemporal da Susceptibilidade Erosiva na Bacia do Rio Urucuia (Mg Por Meio da Equação Universal de Perda de Solos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarisse Lacerda Mata

    2007-12-01

    Full Text Available A Equação Universal de Perda de Solos (EUPS é um modelo de predição de perda de solo segundo um produto da erosividade da chuva, Fator R, da erodibilidade do solo, Fator K, do comprimento de rampa, Fator L, da declividade da vertente, Fator S, da cobertura e do manejo, Fator C, e das práticas conservacionistas, Fator P. Esta metodologia de predição de perda de solos, tem também tem sido utilizada como um instrumento de avaliação de risco à erosão e como medida de planejamento em bacias de uso agrícola. Assim, o presente trabalho tem por objetivo identificar as mudanças da erosão do solo na Bacia do Rio Urucuia, Minas Gerais, Brasil, através dos resultados da EUPS para 1987 e 2007. A Bacia do Rio Urucuia é tributária da Bacia do Rio São Francisco, com aproximadamente 25.000 km², contribui com 10% de vazão e 18% da carga de sedimentos. A metodologia usou o SIG para obtenção do Fator Topográfico (LS e o Sensoriamento Remoto para a determinação dos fatores de cobertura e  manejo (C e práticas conservacionistas (P. A classificação das imagens Landsat-TM foi feita pelo método ISODATA para dois anos, 1987 e 2007. A análise multitemporal determinou para a área estudada a ocorrência de mudanças significativas na erosão do solo, no final de vinte anos. O fator mais significativo para a degradação e erosão foi o aumento das áreas agrícolas. Os resultados mostram a distribuição espacial das distintas áreas propensas à erosão na bacia, onde práticas conservacionistas são fundamentais na prevenção da perda de solo por erosão. A análise é importante para o planejamento ambiental, e pode dar subsídio ao estabelecimento de cenários que visem o desenvolvimento sustentável da bacia.

  9. USO DO SOLO NA SUB-BACIA DO RIBEIRÃO DA PRATA, LENÇÓIS PAULISTA - SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Costa Leda

    2014-09-01

    Full Text Available O uso e cobertura do solo possui influência na quantidade e qualidade da água em bacias hidrográficas, com isso as técnicas de geoprocessamento possibilitam analisar os padrões de ocupação do solo. Neste contexto o presente trabalho teve como objetivo identificar e quantificar os processos de mudanças no uso e ocupação do solo por meio de análise temporal, nos anos de 1984 e 2014. A área de estudo compreende a sub-bacia do Ribeirão da Prata, que está localizada no município de Lençóis Paulista, estado de São Paulo, para o mapeamento do uso e ocupação do solo foram utilizadas imagens orbitais dos satélites Landsat 5 e Landsat 8. As análises de mudanças foram realizadas através do módulo Land Change Modeler - LCM, o qual possibilitou obter relações de ganho, perda e persistência da vegetação nativa. Os resultados obtidos mostraram que houve um incremento na área de vegetação nativa, e também o predomínio da cana-de-açúcar para o período analisado, indicando que apesar das atividades agrícolas serem intensas na região, houve uma melhora em termos de conservação ambiental na sub-bacia estudada. Palavra-chave: Sensoriamento remoto, vegetação nativa, dinâmica espaço-temporal.   LAND USE IN SUBBASIN OF RIBEIRÃO DA PRATA, LENÇÓIS PAULISTA - SP ABSTRACT The use and coating of soil influence the quantity and quality of water in watersheds. For this reason, the geo processing techniques allow analyses of soil occupation patterns to be made. This paper aims to identify and quantify, through temporal analysis, the change processes of soil use and occupation in the years of 1984 and 2014. The area of study comprises the subbasin of Ribeirão da Prata, which is located in  Lençóis Paulista city, in São Paulo state. For mapping the soil’s use and occupation, orbital images were utilized from the satellites Landsat 5 and Landsat 8. The change analyses were conducted through the “Land Change Modeler

  10. Cobrança pelo uso da água na bacia hidrográfica do Rio Pardo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Cezar Arend

    2007-01-01

    Full Text Available A água é um dos recursos naturais mais importantes para a vida humana. Apesarde ser fundamental nas atividades básicas da população, ainda não é usual parasociedade a valoração econômica. Sendo um bem econômico, portanto, escasso, éimportante mensurar seu valor, a fim de incentivar o uso racional e eficiente, além depermitir a continuidade para as próximas gerações. Com a poluição dos mananciais, ouso inadequado da irrigação, a falta de proteção de nascentes, entre outras ações dohomem, tem afetado a água no seu aspecto qualitativo e quantitativo. A BaciaHidrográfica do Rio Pardo, além de experimentar baixos índices de precipitação em certosperíodos do ano, tem apresentado aumentos progressivos de demanda, principalmentepara uso agrícola. Em conseqüência, a bacia tem apresentado balanço hídrico crítico emcertas épocas do ano. Ademais, o descarte de esgotamentos sanitários sem nenhumtratamento, aliado à disposição não apropriada dos resíduos sólidos industriais, temcausado problema semelhante à qualidade das águas. Se medidas efetivas e preventivasnão forem tomadas, a deterioração na qualidade dos recursos hídricos na bacia do rioPardo pode acarretar um processo de decadência da mesma, com impactos significantessobre a economia da região. O objetivo do artigo é estipular um preço a ser cobrado pelouso dos recursos hídricos na bacia do rio Pardo nas modalidades de uso agrícola,abastecimento doméstico e industrial e diluição de efluentes. A metodologia utilizada eaplicada com os dados estimados para a bacia é a dos preços ótimos, baseadas na teoriado second best e superou a impossibilidade de se obter diretamente a função dedemanda por água em cada uso, garantindo teoricamente uma alocação eficiente entre osmúltiplos usuários. Os resultados demonstram que os preços ótimos estimados para abacia do rio Pardo, com exceção do uso para irrigação, estão dentro da capacidade

  11. Estimativa da infiltração de água no solo na escala de bacia hidrográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Alessandra Peixoto de Barros

    2014-04-01

    Full Text Available A variabilidade espacial das características do solo torna a estimativa da infiltração de água altamente dependente da escala de análise. Muitos trabalhos necessitam de informações da dinâmica da infiltração para descrever o mecanismo de outros processos associados à água, aos sedimentos ou aos solutos. O objetivo deste trabalho foi utilizar duas estratégias metodológicas para a estimativa da infiltração na escala de bacia. Os parâmetros de dois modelos de infiltração foram ajustados a um conjunto de dados coletados durante dois anos de monitoramento, em 77 eventos de chuva-vazão ocorridos sob diferentes condições de uso e manejo do solo numa bacia hidrográfica rural de 1,2 km². Os resultados dos ajustes para os dois modelos de infiltração na escala de bacia foram comparados com aqueles obtidos para dois métodos pontuais de estimativa da infiltração. Com o conjunto de dados do monitoramento, foi possível definir um modelo de infiltração para a bacia monitorada. Além disso, os resultados indicaram que a comparação realizada entre os valores dos modelos com os pontuais são fortemente dependentes da escala de análise; isto é, as medidas pontuais revelaram valores médios de taxa de infiltração alta para a bacia em estudo. Todavia, observações no campo indicaram baixa infiltração, principalmente nas áreas saturadas onde condicionam o escoamento superficial nessa bacia, ao contrário dos resultados pelos modelos de estimativa, que apresentaram menor ordem de magnitude dos valores estimados de infiltração, em razão, entre outros, da maior incorporação dos fatores controladores do processo em seu método.

  12. ASSOREAMENTO DE LAGO NA SUB-BACIA DO CÓRREGO DA CASCATA, EM BOTUCATU (SP: IMPLICAÇÕES MORFOMÉTRICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivalde Belluta

    2014-07-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica é considerada uma unidade de estudo, planejamento e gerenciamento territorial para a conservação dos recursos naturais, moldada pelas condições geológicas e climáticas locais. Assim, este estudo teve por objetivo avaliar as características morfométricas da sub-bacia do Córrego da Cascata, em Botucatu (SP, e suas implicações no processo de assoreamento de um lago integrante dessa sub-bacia. A avaliação contou com índices gerados a partir de dados calculados com base cartográfica digitalizada e georreferenciada na escala 1:10.000, com utilização do AutoCAD Map 2004. Foi também utilizado o software Quantum GIS 1.8, para gerar o modelo digital de elevação (MDE e o mapa de declividades que permitiu obter a declividade média (Dm da sub-bacia. Através dos índices fator de forma (Kf, sinuosidade (Is, circularidade (Ic e coeficiente de compacidade (Kc, a sub-bacia do Córrego da Cascata apresentou forma alongada, com baixa propensão a enchentes e com escoamento rápido. Os índices densidade de drenagem (Dd e relação de relevo (Rr indicaram drenagem média e mais eficiente, o que favorece a elevada dissecação e o médio estágio erosivo. O índice coeficiente de rugosidade (Cr indicou que se trata de uma sub-bacia vocacionada à agricultura. A intervenção antrópica na linha do divisor de águas observada in loco é o principal fator do carreamento de sedimentos no lago e não apenas compromete a beleza paisagística do local como altera a vida aquática do ecossistema.

  13. Modelagem hidrológica na bacia hidrográfica do Rio Aiuruoca, MG Hydrologic modeling in the Aiuruoca river basin, Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo R. Viola

    2009-10-01

    Full Text Available A simulação do comportamento hidrológico de bacias hidrográficas consiste em uma das principais ferramentas na gestão dos recursos hídricos, devido à possibilidade de predição do regime fluvial. A bacia em estudo está localizada na região Alto Rio Grande, Sul de Minas Gerais, com área de drenagem de 2.094 km², constituindo uma das bacias fundamentais de drenagem para o reservatório da Usina Hidrelétrica de Camargos (UHE - Camargos/CEMIG. Neste contexto se objetivou desenvolver e aplicar um modelo hidrológico semi-conceitual, na forma semi-distribuída, para simular o comportamento hidrológico da bacia do Rio Aiuruoca, com apoio dos SIGs e sensoriamento remoto, disponibilizando uma ferramenta útil para o gerenciamento e planejamento dos recursos hídricos na região. Os resultados do coeficiente estatístico de Nash-Sutcliffe (CNS foram de 0,87 e 0,92 para as etapas de calibração e verificação, respectivamente, o que, de acordo com a classificação proposta para modelos hidrológicos de simulação, permite qualificá-lo para simulação do comportamento hidrológico na bacia hidrográfica do Rio Aiuruoca.The hydrological simulation of watersheds is one of the most important tools for water resources management due to the possibility of flow regime prediction. The Aiuruoca river basin is located in the Alto Rio Grande Basin, southern Minas Gerais State, with 2,094 km² of drainage area, and is very important drainage basin into the Camargos Hydropower Plant Reservoir (UHE - Camargos/CEMIG. In this context, this work had the objective of developing and applying a semi-conceptual hydrologic model, in semi-distributed approach, for hydrologic simulation in the Aiuruoca river basin, based on GIS and Remote Sensing tools, thus creating an important tool for management and planning of water resources in the region. The Nash-Sutcliffe coefficients (CNS, respectively, for calibration and validation periods, were 0.87 and 0

  14. CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DAS ÁGUAS E DESMATAMENTO NA BACIA DO RIO PURUS, AMAZÔNIA BRASILEIRA OCIDENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Antonio Ríos-Villamizar

    2011-12-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do Purus está no grupo das bacias hidrográficas que se encontram em bom estado deconservação na Amazônia brasileira. O objeto deste estudo é caracterizar a qualidade da água da bacia durantetrês períodos sazonais (seca, enchente e cheia, para diagnosticar alterações relacionadas com este últimoaspecto e relacioná-las com as taxas de desmatamento em um período de nove anos. As águas analisadasmostraram características das águas naturais da Amazônia apresentando algumas particularidades,principalmente, na condutividade elétrica, transparência, pH, cor, nitrato e fósforo total. Mostrou-se que osníveis de desmatamento ainda não causam um grande efeito sobre a qualidade da água, com exceção dosvalores de pH e oxigênio dissolvido

  15. FRONTEIRA AGRÍCOLA E A ANÁLISE DA ESTRUTURA DA PAISAGEM NA BACIA DO RIO PRETO - OESTE DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crisliane Aparecida Pereira Santos

    2016-05-01

    Full Text Available Em áreas de Cerrado a expansão da fronteira agrícola tem sido a principal causa de fragmentação da paisagem. Este artigo tem como objetivo analisar a estrutura espacial da paisagem da bacia hidrográfica do Rio preto, por meio da construção de um índice de qualidade estrutural da paisagem, ao longo destes trinta anos de ocupação. Para a determinação do estado da fragmentação dos remanescentes naturais, avaliou-se previamente o padrão de uso e ocupação do solo na bacia durante o período de 1980 a 2010, e em seguida determinou-se as métricas da paisagem por meio da extensão Path Analyst 5.0, que por seguinte, serviu de base para construção de um modelo de qualidade ambiental da paisagem, o IQEP. Os resultados mostraram que o processo da fronteira agrícola no Oeste da Bahia, a partir de 1985, provocou significativas mudanças na estrutura da paisagem ao longo do tempo e do espaço. As sub-bacias Baixo Curso e Rio Sapão apresentaram forte correlação positiva com TCAI, TCA, PSSD, MPS e CA, ou seja, consideradas de melhor qualidade estrutural. Já as sub-bacias Rio Riachão e Rio do Ouro apresentaram significativo comprometimento do padrão estrutural mediante a redução do IQEP, com susceptibilidade à fragmentação da paisagem, em função da maior contribuição do efeito da borda sob a área central do fragmento.

  16. Qualidade ambiental dos fragmentos florestais na Bacia Hidrográfica do Rio Jundiaí-Mirim entre 1972 e 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe H. Fengler

    2015-04-01

    Full Text Available A localização da Bacia Hidrográfica do Rio Jundiaí-Mirim, próximo a grandes centros urbanos e parques industriais, tem contribuído para a valorização das suas terras; em consequência, a região apresenta intenso processo de urbanização, que resultou em um aumento crescente da perturbação ambiental nas áreas florestais. Dada à necessidade de manutenção da vegetação natural, visto que a bacia hidrográfica é a fonte da água utilizada no abastecimento de Jundiaí, SP, este trabalho avaliou as modificações na qualidade ambiental dos fragmentos florestais da bacia hidrográfica entre 1972 e 2013. A qualidade ambiental foi determinada por meio da avaliação de nove indicadores de perturbação ambiental obtidos através de técnicas de Geoprocessamento e integrados pela Análise Multicritério. Os resultados mostraram uma tendência constante de deterioração da qualidade ambiental da vegetação natural entre 1972 e 2013, atribuída ao intenso processo de ocupação da bacia hidrográfica. Concluiu-se que: (a a urbanização e o desmatamento da vegetação natural foram os principais responsáveis pelas alterações na qualidade ambiental; (b existe a necessidade de criação de políticas públicas para a preservação da vegetação natural do manancial.

  17. CONSEQUÊNCIAS DO EFEITO DE BORDA NA COLONIZAÇÃO DO EPIFILO EM UM FRAGMENTO FLORESTAL

    OpenAIRE

    Michele Matos dos Santos; Jessika da Silva Nunes; Carine Emer

    2017-01-01

    Em florestas tropicais, o efeito de borda gerado pela fragmentação do habitat causa mudanças na estrutura das comunidades e nos processo ecológicos. Neste trabalho testamos como o efeito de borda influencia a taxa de cobertura do epifilo em um fragmento de floresta tropical. Realizamos o estudo na ARIE Santa Genebra, no interior e na borda da mata. Estabelecemos 10 transectos de 50m em cada habitat e a cada 5m, coletamos as folhas que tocassem um bastão de 1m altura. Coletamos um total de 659...

  18. Avaliação de impactos ambientais da inovação tecnológica na colheita florestal

    OpenAIRE

    Freitas, Luís Carlos de

    2008-01-01

    Ao analisar o desenvolvimento da colheita florestal no país, observa-se que o progresso foi muito grande. Da década de 60 até os dias atuais muitas mudanças ocorreram no setor, com as operações evoluindo de um processo manual para o semimecanizado, adquirindo nas últimas décadas um aspecto expressivo em termos de mecanização. Assim, torna-se de grande importância um estudo que venha diagnosticar o perfil impactante inserido no processo de inovação tecnológica da colheita florestal. O objetivo...

  19. APLICAÇÃO DA ESCALA DE FRAMINGHAM NA UNIDADE BASICA DE SAÚDE DO BAIRRO HORTO FLORESTAL DO MUNICÍPIO DE ITAPERUNA-RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilian de Freitas JUNIOR

    2017-07-01

    Full Text Available Há consenso sobre a importância da adoção de estratégias de atenção integral à saúde focadas na prevenção do aparecimento de comorbidades, dentre inúmeros fatores, tais como: envelhecimento da população, sobrevida das doenças infecciosas, sendo que uma parcela importante pode ser atribuída ao controle inadequado dos fatores associados ao desenvolvimento dessas doenças. O presente estudo teve como objetivo analisar e avaliar o perfil dos pacientes acompanhados em uma Unidade Básica de Saúde (UBS, com a perspectiva de prevenção de sofrimento de um evento coronariano agudo, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos atores sociais do Noroeste Fluminense. O universo da pesquisa foi a UBS do bairro Horto Florestal, Itaperuna/RJ, onde foi realizado um estudo analítico observacional transversal compreendendo a aplicação da Escala de Framingham. Os critérios de inclusão foram pacientes em idade entre 30 e 74 anos, de forma randomizada, no período de agosto/2014, abril/2015. Dentre os preditores ressaltam-se LDL colesterol, HDL colesterol, pressão arterial sistêmica, diabetes mellitus, tabagismo. Faz-se mister elucidar os resultados mais significativos: 44,8% dos indivíduos pontuaram risco através do HDL colesterol; quanto aos níveis de pressão arterial, mais de 50% somaram pontos no escore. Referindo-se ao diabetes, 16,2% apresentaram a doença e ao tabagismo, 20%, sendo que estes dois últimos agravam ainda mais o risco de evento cardiovascular. Estudos embasados na integração com a rede de serviços de saúde contribuem para a prevenção de agravos, constituindo-se estratégias significativas para a construção de um país mais justo, onde a saúde promove cidadania na sua integralidade.Palavras-chave: Rede de Saúde. Escala de Framingham. Risco. Prevenção. 

  20. Variáveis intervenientes na existência de comitês de bacias hidrográficas no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre André Feil

    2017-03-01

    Full Text Available A gestão de bacias hidrográficas por meio de comitês é essencial na mediação entre a oferta e a demanda de água para consumo doméstico, industrial, agrícola, lazer, entre outros usos da água. Uma gestão exitosa pode ocorrer por meio da identificação e compreensão das características socioeconômicas, demográficas, entre outras, e assim formatar as práticas adotadas pelos comitês. Neste contexto, o escopo central deste estudo consistiu em analisar as variáveis intervenientes relacionadas aos aspectos geográficos, demográficos, socioeconômicos e a existência de comitê de bacias. A metodologia consiste na abordagem quantitativa, empregando-se uma pesquisa documental secundária e sua análise ocorreu por meio da aplicação da estatística descritiva e do teste de correlação de Pearson. Os principais resultados evidenciam que a explicação da existência de comitês de bacias hidrográficas relaciona-se com o tamanho da população que promove maior pressão à medida que aumenta. Além disso, evidenciou-se que a existência de comitês de bacias correlaciona-se com: crescimento econômico, quantidade de conflitos pelos múltiplos usos, coleta de esgotos e nível de degradação da qualidade ambiental. Conclui-se, portanto, que de fato existem variáveis intervenientes para a existência de comitês de bacias e que eles são necessários para a gestão eficiente destas variáveis.

  1. ANÁLISE DA PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALMADA (BA COM BASE NA FRAGMENTAÇÃO DA VEGETAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugênia Bruck de Moraes

    2012-04-01

    Full Text Available O estudo da fragmentação da paisagem em uma bacia é de extrema importância por avaliar o status de conservação da vegetação, um recurso essencial para a manutenção da qualidade da água. O presente trabalho apresenta uma análise da fragmentação da paisagem na Bacia Hidrográfica do Rio Almada, localizada no sul da Bahia, abrangendo 9 municípios parcialmente abastecidos pela água desta bacia. Foi realizado o mapeamento dos fragmentos florestais que apresentaram área mínima de 3ha, com base na interpretação da Carta de Uso e Cobertura do Solo elaborada através da classificação supervisionada de imagens Landsat. Para a análise dos fragmentos foram adotadas 5 métricas da paisagem: tamanho, formato, efeito de borda, isolamento e conectividade. Os resultados obtidos demonstram que a BHRA ainda abriga fragmentos bastante representativos, visto que dos 58 fragmentos identificados, 8 têm área acima de 300ha, 20 entre 100 e 300ha, 21 entre 30 e 100ha e 9 entre 3 e 30ha. Com relação ao formato dos fragmentos, constatou-se que apenas 10% dos mesmos apresentam forma circular, indicando que os 90% restantes encontram-se susceptíveis ao efeito de borda, sendo que os mais alongados estão localizados no interior da bacia, provavelmente em função do avanço da pecuária extensiva nessa direção. E quanto ao isolamento dos fragmentos, a análise da conectividade com borda expandida, através de simulações, permitiu identificar que a partir da distância de 200m, 31 dos fragmentos poderiam ser conectados. Assim, pôde-se concluir que o somatório destes fragmentos, caso fossem devidamente conectados, representaria uma área de significativo valor para a conservação de espécies típicas da mata atlântica e, consequentemente, para a manutenção da qualidade da água desta bacia.

  2. CONSEQUÊNCIAS DO EFEITO DE BORDA NA COLONIZAÇÃO DO EPIFILO EM UM FRAGMENTO FLORESTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Matos dos Santos

    2017-03-01

    Full Text Available Em florestas tropicais, o efeito de borda gerado pela fragmentação do habitat causa mudanças na estrutura das comunidades e nos processo ecológicos. Neste trabalho testamos como o efeito de borda influencia a taxa de cobertura do epifilo em um fragmento de floresta tropical. Realizamos o estudo na ARIE Santa Genebra, no interior e na borda da mata. Estabelecemos 10 transectos de 50m em cada habitat e a cada 5m, coletamos as folhas que tocassem um bastão de 1m altura. Coletamos um total de 659 folhas, classificadas em 103 morfoespécies. A taxa de cobertura epifílica foi significativamente maior no interior da mata (p<0.001. Nossos resultados demonstram como o efeito de borda pode influenciar na cobertura do epifilo, o que pode acarretar efeitos negativos para a vegetação. Além disso, o epifilo é rico em microrganismos associados, que podem, consequentemente, desaparecer do sistema por efeitos em cascata gerados pela perda da cobertura epifilica.

  3. Expansão da cana-de-açúcar na bacia hidrográfica do Rio da Capivara (SP entre 1977 e 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walquíria Silva Machado

    2015-12-01

    Full Text Available O sensoriamento remoto e o geoprocessamento com aplicação das técnicas de processamento digital de imagens são ferramentas fundamentais para a manutenção dos registros do uso do solo ao longo do tempo. Áreas do Vale do Paranapanema, no Planalto Ocidental Paulista, vêm nos últimos 30 anos aumentando seu polo sucroalcooleiro, por ser considerada uma das últimas grandes regiões do estado de São Paulo com solo, clima e relevo favorável para a expansão desta cultura. Entretanto, ainda não se tem um estudo pormenorizado sobre as mudanças no uso e na ocupação do solo na bacia do Rio da Capivara. Nesse contexto, esse estudo teve por objetivo avaliar, com o uso de sensoriamento remoto, a expansão do uso do solo com a cultura da cana-de-açúcar no curso médio da bacia do Rio da Capivara, sudoeste paulista, entre as décadas de 1970 e 2010. Para tanto, foram organizados mapas temáticos referentes aos tipos de solos e uso da terra da área, tendo sido usadas as ferramentas englobadas pelo SIG, sendo as cartas elaboradas com a utilização do software ArcMap 9.3. Os resultados mostraram que a cultura da cana-de-açúcar teve uma expansão de 31,24% na área da bacia do Rio da Capivara, passando de 4,32% em 1977 para 35,56% em 2010. Essa expansão ocorreu principalmente sobre áreas antes utilizadas com pastagens, mas também pode ter ocorrido sobre áreas de remanescentes florestais.

  4. Ictiofauna e bioacumulação de metais pesados na cadeia trófica, Rio Gramame, bacia do Rio Gramame Paraíba

    OpenAIRE

    Souza, Jane Enisa Ribeiro Torelli de

    2013-01-01

    O presente trabalho teve por objetivo, determinar a diversidade da ictiofauna e a bioacumulação de metais pesados na cadeia trófica do Rio Gramame, Bacia do Rio Gramame, Paraíba. Para isso foi realizada análise da ictiofauna presente, com coletas dos espécimes realizadas em 10 pontos ao longo do Rio Gramame, utilizando diversas artes de pesca, durante as estações de chuva e estiagem de 2010 a 2011. O material coletado foi transportado para o Laboratório de Ecologia Aquática (DSE/CCEN/UFPB), o...

  5. Modelagem da Lagoa da Pampulha: uma ferramenta para avaliar o impacto da bacia hidrográfica na dinâmica do fitoplâncton

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Fernanda das Graças Silva

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO No processo de urbanização, o aumento na proporção de superfícies impermeabilizadas e as mudanças no uso do solo são responsáveis por maiores volumes e velocidades do escoamento superficial, refletindo em uma maior capacidade de arraste e em um maior aporte de nutrientes nos corpos d'água receptores. O objetivo deste trabalho foi implementar uma ferramenta matemática capaz de reproduzir o impacto de mudanças na bacia hidrográfica sobre a dinâmica do fitoplâncton em um lago urbano. Neste artigo são apresentados o desenvolvimento e os resultados de um modelo integrado constituído de um modelo hidrológico, para simular vazões escoadas em uma bacia hidrográfica, e de um modelo hidrodinâmico e ecológico, para simular a biomassa fitoplanctônica em um corpo d'água urbano. A Lagoa da Pampulha (Belo Horizonte, Minas Gerais, escolhida como estudo de caso, foi intensamente monitorada, assim como sua bacia de drenagem, entre outubro de 2011 e junho de 2013. Os dados obtidos foram utilizados para calibrar e validar ambos os modelos. Os resultados obtidos com o modelo hidrológico mostraram-se coerentes com as medidas realizadas em campo (o coeficiente de Nash variou entre 0,70 e 0,88. O modelo da lagoa representou corretamente a evolução da comunidade fitoplanctônica (erro médio absoluto normalizado: 0,25-0,42 e o coeficiente de Pearson: 0,82-0,89; p<0,0001. O monitoramento e a modelagem da lagoa mostraram que a proliferação de cianobactérias é bastante perturbada pelas desestratificações térmicas que ocorrem na lagoa em virtude de eventos meteorológicos. A ferramenta de simulação desenvolvida possui potencial para avaliar diferentes cenários de mudança das condições climáticas e das características da bacia, podendo auxiliar na gestão dos corpos d'água situados em meio urbano.

  6. EVOLUÇÃO DO USO E COBERTURA DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOURADOS-MS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geula Graciela Gomes Gonçalves

    2011-01-01

    Full Text Available Os sistemas de informações geográficas (SIGs, aliados aos dados de sensores remotos são importantes ferramentas na identificação e avaliação do uso da terra com vistas ao manejo de bacias. A Bacia do Rio Dourados, no Mato Grosso do Sul possui grande importância no estado por sua extensão e uso, por essa razão destaca-se a necessidade de pesquisas que visem um planejamento adequado do uso da terra, objetivando a conservação dos recursos ambientais a fim de manter a qualidade e quantidade de água, tornando sustentável o uso agrícola e humano desse manancial. Este trabalho teve o objetivo de mapear uso da terra na Bacia do Rio Dourados em duas épocas, 2001 e 2008, com o objetivo de avaliar a evolução do uso da terra. Para classificação da imagem, utilizou-se o sistema de classificação supervisionado por regiões, classificador Bhattacharya, implementado no SIG-SPRING/INPE. Os resultados permitiram concluir que: a O crescimento das áreas de agricultura foi compatível com o crescimento da cultura da cana-de-açúcar na região; b a redução das áreas de pastagem aconteceu em função da expansão da cultura canavieira; c as feições vegetação (cerrado, mata, capoeira e complexo de vegetação (várzeas, apresentaram grande potencial para confusão de identificação na área da bacia analisada; e d o crescimento das áreas com eucalipto foi compatível com a tendência em todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

  7. A vulnerabilidade das construções às corridas de detritos na bacia experimental do rio Guaxinduba - município de Caraguatatuba - SP

    OpenAIRE

    Luzia de Jesus Matos

    2014-01-01

    O objetivo dessa pesquisa é avaliar a vulnerabilidade das construções às corridas de detritos, na bacia do rio Guaxinduba município de Caraguatatuba SP. Para tanto, aplicou-se o método PTVA (Papathoma Tsunami Vulnerability Assessment) que vem sendo aplicado em diferentes países considerando os diferentes processos perigosos naturais. Nesta pesquisa, a vulnerabilidade foi avaliada conforme as ações mitigadoras do poder público. As etapas metodológicas aplicadas foram: a) Classificação dos de...

  8. GEOCRONOLOGIA DE TERRAÇOS FLUVIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CORUMBATAÍ-SP A PARTIR DE LUMINESCÊNCIA OPTICAMENTE ESTIMULADA (LOE)

    OpenAIRE

    Renê Lepiani Dias; Archimedes Perez Filho

    2015-01-01

    O objetivo do presente trabalho constitui-se na análise geocronológica em terraços fluviais, tendo como área de estudo o alto curso da bacia hidrográfica do rio Corumbataí. Para atingir este objetivo foram identificados e selecionados alto e baixos terraços, onde foram coletadas amostras dos materiais de recobrimento das coberturas superficiais, material de origem dos solos, para realização de análises laboratoriais. Resultados obtidos a partir da análise granulométrica foram interpretados po...

  9. As relações entre produtores de leite e cooperativas : um estudo de caso na bacia leiteira de Santa Rosa-RS

    OpenAIRE

    Ângela de Faria Maraschin

    2004-01-01

    O setor leiteiro passou por profundas transformações nos últimos 15 anos que modificaram o papel exercido pelas cooperativas de produtores de leite. Em 2003, a mudança de estratégia da principal empresa do setor no RS em relação a suas cooperativas parceiras reacendeu o debate sobre qual deve ser a função das cooperativas neste cenário. Na bacia leiteira de Santa Rosa-RS, as cooperativas que trabalham com o leite são cooperativas tritícolas que possuem o leite como uma alternativa de negócio....

  10. Entre o estado, a sociedade e o mercado: análise dos dispositivos de governança da indústria florestal na Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Domingos Sampaio Carneiro

    Full Text Available A discussão sobre os instrumentos mais eficazes para enfrentar e corrigir os problemas ambientais opõe duas formas básicas de regulação: de um lado, as ações baseadas na iniciativa estatal, denominadas "comando e controle", e, de outro, as realizadas por intermédio de mecanismos de mercado e por iniciativas autônomas de limitação das ações, baseadas no civismo, como no caso dos códigos de boa conduta adotados por várias empresas. no presente artigo, discutimos três desses diferentes dispositivos de regulação da indústria florestal na amazônia - a certificação florestal, o modelo das florestas familiares e a política de concessões florestais -, procurando destacar suas principais diferenças, com base em uma tipologia das formas gerais de coordenação das atividades econômicas proposta por boyer (2004, enriquecida por um aporte da economia das convenções, que classifica o tipo de coordenação entre atores segundo a natureza da convenção constitutiva predominante.

  11. Plantas hipoglicemiantes utilizadas por comunidades tradicionais na Bacia do Alto Paraguai e Vale do Guaporé, Mato Grosso - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Macedo

    Full Text Available No Brasil, com inúmeras espécies tropicais, evidencia-se o conhecimento e uso da vegetação medicinal pelas comunidades quilombolas, ribeirinhas, rurais, tradicionais e indígenas, que são praticadas até os dias atuais. O Estado de Mato Grosso pela sua localização no Planalto Central brasileiro possui uma variedade destas comunidades, que utilizam estas plantas medicinais, levando em consideração o conhecimento popular passado de geração em geração. Esta pesquisa visa identificar a forma de coleta e os usos desse grupo vegetal indicados pelos usuários. O estudo foi realizado em 15 comunidades tradicionais (não indígenas na Bacia do Alto Paraguai e 2 (duas no Vale do Guaporé. A coleta de dados deu-se através de líderes comunitários, benzedeiras, parteiras e usuários utilizando o método qualitativo, mediante abordagem qualitativa, com auxílio de entrevistas estruturadas, semi-estruturadas e abertas. Dentre as espécies identificadas 17 estacam-se para o tratamento do Diabetes, dentre elas citam-se: Anacadium humile; Bauhinia glabra; Cecropia pachystachya; Hancornia speciosa; Heteropteris aphrodisiaca; Leonotis nepetifolia; Momordica charantia; Solanum lycocarpum. Registra-se ainda que as partes mais utilizadas desses vegetais são: folhas, casca do caule, raiz, planta toda, brotos, óleos dos frutos e polvilho dos frutos. De acordo com os usuários a maioria das plantas não podem ser colhidas após o nascer do sol e o preparo deve ser feito com folhas secas ou que tenham sido submetidas ao processo de secagem sobre o fogão de lenha ou em local abafado.

  12. Estudos sazonais de aspectos limnólogicos de um fragmento florestal inundado na Planície do Araguaia, Tocantins, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hiulha de Jesus Silva

    2015-12-01

    Full Text Available Ipucas são ecossistemas de fragmentos florestais naturais, ocorrendo particularmente na planície do Araguaia. Apresenta grande influência dos pulsos de inundação que ocorrem no período chuvoso, pois permanecem inundadas durante este período e como ambientes terrestres no período seco. O estudo objetivou avaliar a variação temporal de fatores limnológicos em uma Ipuca, no município de Lagoa da Confusão, Tocantins, através de coletas mensais entre Dezembro/2014 e Agosto/2015. As variáveis mensuradas foram: transparência através do disco Secchi, turbidez (NTU, oxigênio dissolvido (mg/L, temperatura (°C, potencial hidrogeniônico - pH, sólidos totais dissolvidos (ppm, condutividade elétrica (µS/cm, amônia – NH3 (mg/L, nitrito – NO­2 (mg/L, nitrato – NO3 (mg/L, ortofosfato - P (mg/L, clorofila-? (µg/L e profundidade da lamina d’água (cm. O total transparência da água e os baixos valores de turbidez demonstram a importância da precipitação nestes parâmetros, assim como a estrutura florestal da “Ipuca” suporta os valores encontrados. A temperatura da água das “Ipucas” foi influenciada pelas estações do ano, principalmente pela quantidade de ventos. O oxigênio dissolvido esteve diretamente relacionado a clorofila-?. A concentração dos nutrientes analisados apresentou grandes oscilações, provavelmente devido à rápida incorporação destes pelas comunidades aquáticas. Contudo, foi observada uma homogeneização dos parâmetros físico-químicos no decorrer do tempo amostral.

  13. Corte foliar e tempo de transplantio para o uso de plântulas do sub-bosque na restauração florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Augusto Gorne Viani

    2012-04-01

    Full Text Available O uso de plântulas da regeneração natural tem sido recomendado como estratégia para produção de mudas visando à restauração florestal, contudo muitos aspectos técnicos desse método ainda carecem de investigação científica. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da redução da área foliar e do transplantio imediato na sobrevivência e crescimento de mudas de espécies arbóreas produzidas a partir de plântulas obtidas da regeneração natural. Plântulas de Esenbeckia leiocarpa (Rutaceae, Eugenia ligustrina (Myrtaceae e Maytenus salicifolia (Celastraceae, obtidas em remanescente de vegetação secundária de Floresta Estacional Semidecidual em Bofete, SP, foram extraídas do solo e submetidas aos tratamentos: I redução de 50% da área de cada folha e transplantio imediato; II nenhuma redução de área das folhas e transplantio imediato; III redução de 50% da área de cada folha, manutenção das plântulas em água e transplantio 24 h após a coleta; e IV nenhuma redução de área das folhas, manutenção das plântulas em água e transplantio 24 h após a coleta. As mudas foram avaliadas com relação à sobrevivência e ao crescimento em altura, ao longo de oito meses. Os resultados evidenciaram que nem o corte das folhas ou a manutenção das plântulas dentro de recipientes com água por 24 h antes do transplantio afetaram os parâmetros avaliados. Assim, para as espécies estudadas a redução da área foliar e o transplantio imediato são desnecessários para a produção de mudas em viveiro a partir de plântulas obtidas da regeneração natural.

  14. Avaliação multicriterial no mapeamento de risco de incêndios florestais, em ambiente sig, na bacia do Rio Corumbataí, SP Multi-criteria evaluation of a GIS environment in a forest fire hazard mapping for the Corumbataí River basin, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilton Luis Ferraz da Silveira

    2008-04-01

    Full Text Available Um dos agentes mais empregados na supressão de áreas florestais no Estado de São Paulo é o fogo, por meio de queimadas que, quando fora de controle, podem converter-se em incêndios responsáveis pela destruição de extensos ecossistemas. Na Bacia do Rio Corumbataí, SP, os incêndios são um dos causadores de fragmentação e degradação da cobertura florestal. Nesse contexto, este trabalho objetivou a realização do mapeamento de risco de incêndios florestais na Bacia do Rio Corumbataí, utilizando-se a avaliação multicriterial (Método da Média Ponderada Ordenada em um Sistema de Informações Geográficas. Os fatores importantes do estudo foram: declividade do terreno, face de exposição ao sol, pluviosidade, proximidade da malha viária, proximidade dos centros urbanos, proximidade da rede hidrográfica, vizinhança dos fragmentos e face de exposição aos ventos. A combinação dos mapas de fatores resultou no mapa de risco regional da bacia. Para a confecção do mapa de risco em nível de fragmento, determinou-se o risco associado a cada fragmento, a partir da análise de uma faixa de 30 m em seu entorno. O risco foi reclassificado em três classes: baixo, médio e alto. Com base no mapa final, verificou-se que: aproximadamente 20% dos fragmentos de mata nativa pertencem à classe de risco alto, 55% à classe de risco médio e 25% à classe de risco baixo. Nas condições atuais de uso e cobertura do solo, bem como de manejo das áreas agrícolas e pastagens, os remanescentes florestais da Bacia do Rio Corumbataí estão sob séria ameaça de degradação por incêndios florestais.Fire is one of the agents most used in the suppression of forest areas in the State of São Paulo, Brazil, and, when out of control, it can be responsible for the destruction of extensive ecosystems. In the case of the Corumbataí river basin, SP, fire is one of the main causes of forest fragmentation and degradation. The purpose of this study was

  15. Hidrografia e Hidrogeologia: Qualidade e Disponibilidade de Água para Abastecimento Humano na Sub-bacia Hidrográfica do Rio Cotinguiba-SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wesley Alves Santos

    2012-12-01

    Full Text Available A chuva exerce papel fundamental na manutenção do ciclo hidrológico. É através da infiltração que se realiza o recarregamento das reservas freáticas e a reidratação dos solos, ou seja, dos depósitos de água disponíveis para a vegetação terrestre e para as atividades biológicas. Dentre os elementos do sistema ambiental físico, a geologia é um dos componentes mais importantes para caracterizar a disponibilidade hídrica superficial e subterrânea, pois, busca apresentar os elementos fundamentais para as relações litoestruturas com o relevo e os solos. Em função de suas características mineralógicas, textuais e estruturais, os corpos rochosos respondem diferentemente à ação dos processos exógenos, influenciando nas formas de relevo e tipos de solo. Nesse contexto, o referido artigo teve como objetivo analisar o quadro geológico e os recursos hídricos superficiais e subterrâneos da Sub-bacia Hidrográfica do Rio Cotinguiba. Para atingir os objetivos propostos, utilizou-se distintos procedimentos metodológicos, tais como: revisão da literatura, levantamento de dados secundários e cartográficos. As questões aqui abordadas denunciam que as mudanças que ocorrem na sub-bacia hidrográfica do Rio Cotinguiba, tem pressionado a bacia hidrográfica como um todo, comprometendo a sua dinâmica e conseqüentemente a disponibilidade hídrica e a qualidade da água.

  16. Analises dos padrões e estilos de canais a partir da paisagem geomorfológica fluvial na Bacia do Rio UNA/PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cassiano Silva

    2016-12-01

    Full Text Available Os estilos fluviais refletem a fisiografia estrutural da rede de drenagem controladas pelos estratos rochosos, retratando na paisagem sua dinâmica, assim como os padrões de canais, que podem ser alterados por processos geomorfológicos, climáticos e antrópicos. O quadro dos estilos fluvial fornece um modelo geomorfológico dos processos espaciais e temporais biofísicos para gestão e planejamento das bacias hidrográficas. O presente trabalho teve como objetivo analisar as influências do comportamento no canal da bacia do rio Una localizado no Nordeste do Estado de Pernambuco, a partir da investigação das feições da drenagem como reflexo da transferência de matéria e energia entre distintos compartimentos e setores do ambiente fluvial. A metodologia baseou-se em (Brierley & Fryirs, 2005, a partir da avaliação do índice de sinuosidade, mapeamento dos estilos e das feições fluviais, perfis longitudinais e trabalhos de observação em campo. Assim, constatou-se que a influência estrutural na rede de drenagem da referida bacia comandou a retilineidade do canal Una, com quebra no gradiente topográfico, inflexão do canal e vales encaixados. Nesse ambiente, constatou que a produção e deposição dos sedimentos estão vinculados as influências do clima tropical.

  17. Resíduos de pesticidas em sedimento de fundo de rio na Bacia Hidrográfica do Rio Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Possavatz

    2014-01-01

    Full Text Available O rio Cuiabá é um importante tributário do rio Paraguai, cuja bacia é de grande importância por agasalhar o Pantanal, a maior área úmida do planeta. A base econômica da bacia hidrográfica do rio Cuiabá é a produção agrícola e pecuária que, para manter elevada produtividade, requer grandes quantidades de insumos agrícolas como os pesticidas que, podem atingir diversos ambientes devido aos processos de dispersão que ocorrem após sua introdução no ambiente. Os sedimentos desempenham importante papel para a caracterização da poluição de rios devido a seu potencial de acumulação de poluentes. Este estudo objetivou avaliar a contaminação por pesticidas usados nas lavouras plantadas na bacia do rio Cuiabá, MT. Para tanto, amostras de sedimento de fundo foram coletadas mensalmente de agosto de 2011 a julho de 2012. Para a determinação dos pesticidas atrazina, cipermetrina, clorpirifós, endossulfam (α, β e seu metabólito endossulfam sulfato, lambda-cialotrina, malationa, metolacloro, metribuzim, parationa metílica, permetrina e trifuralina no sedimento utilizou-se método multirresíduo que consiste na extração sólido-líquido por agitação mecânica seguida de purificação por extração líquido-líquido e identificação e quantificação por cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas. Resíduos de pesticidas foram identificados em amostras coletadas em agosto e setembro de 2011 e janeiro, fevereiro, abril e julho de 2012, em concentrações variando de 5,7 a 79,3 µg kg-1 . Embora a frequência de detecção tenha sido baixa, esses resultados indicam que há potencial de transporte de pesticidas usados na bacia do rio Cuiabá e seus tributários atingindo o Pantanal.

  18. Análise do desempenho ambiental das usinas sucroenergéticas localizadas na Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Girotto Rebelato

    Full Text Available RESUMO Este artigo teve como objetivo analisar o desempenho ambiental das usinas sucroenergéticas pertencentes à Bacia do Rio Mogi Guaçu. Com a identificação dos resíduos e subprodutos gerados em cada etapa do processo produtivo do açúcar e do etanol, identificaramse seus impactos potenciais e realizouse, por meio do método Analytic Hierarchy Process (AHP, uma ponderação quantitativa do impacto ambiental relativo de cada resíduo/subproduto considerando o despejo desses poluentes nas águas, no solo e na atmosfera. A partir disso, avaliaramse, por intermédio de pesquisa em campo, as usinas da bacia com base na destinação dada a 27 diferentes resíduos/subprodutos. Concluise que produção industrial sucroenergética apresentou maior impacto ambiental relativo nas águas (67,4%, seguida por solo (22,6% e atmosfera (10,07%. Com base nos conhecimentos científicos atestados até o presente momento sobre os impactos ambientais de cada despejo, também foi possível concluir que as destinações dos resíduos/subprodutos das usinas são, em média, 95% adequadas.

  19. A ASSIMETRIA DE BACIAS HIDROGRÁFICAS E INFLUÊNCIAS LITOESTRUTURAIS NA GEOMORFOLOGIA DO RIO FORMOSO, TO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Santos

    2017-03-01

    Full Text Available O presente trabalho avaliou os aspectos de assimetria da bacia hidrográfica do rio Formoso, TO, a partir da aplicação de parâmetros geomórficos e da análise regional lito-estrutural e geomorfológica. A bacia está estabelecida sobre complexos granulíticos, faixas móveis e extensas coberturas sedimentares. O Geoprocessamento foi utilizado no armazenamento, tratamento e classificação dos dados, e juntamente com as observações de campo, foram feitas análises comparativas e correlativas. O rio Formoso é de oitava ordem, com uma área de 21.593 km² e 20.628 km de canais. Foram aplicados os índices geomórficos Fator de Assimetria da Bacia de Drenagem (FABD e o Fator de Simetria Topográfica Transversal (FSTT. Os índices apontam que bacia hidrográfica possui 76% de área à direita do canal principal (Leste, área que com relevos suavemente ondulados e fortemente ondulados. O caimento do terreno é maior no médio e baixo curso no sentido da Bacia Sedimentar do Bananal, eixo de subsidência regional. Destacam-se os resultados obtidos das análises dos ribeirões Grota da Mata e Água Verde, que possuem forte grau de assimetria associado à ocorrência de crosta lateritica, que recobrem os divisores de água dos patamares interfluviais.

  20. Alterações hidrológicas decorrentes de mudança do uso e ocupação do solo na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Ligeiro, Pato Branco, PR

    OpenAIRE

    Jabur, Andrea Sartori

    2013-01-01

    Esta pesquisa tem como objetivo o estudo hidrológico da bacia hidrográfica do alto rio Ligeiro, localizada na região sudoeste do Estado do Paraná, no município de Pato Branco, estudo da morfometria da bacia, da qualidade da água, das vazões de pico e da regionalização da curva de permanência. A metodologia é baseada da confecção cartográfica, com os mapas temáticos de altitude (hipsometria), drenagem e uso do solo de 1980 e 2008, bem como o levantamento histórico da ocupação da bacia. Coletou...

  1. Contribuição dos poleiros artificiais na dispersão de sementes e sua aplicação na restauração florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Roberto Dias

    2014-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1980509814590O uso de poleiros artificiais é uma técnica eficiente para a restauração florestal. Os objetivos desse trabalho foram: (1 avaliar o efeito da presença de poleiros artificiais no número de sementes florestais depositadas em coletores; (2 identificar as síndromes de dispersão das sementes, e (3 analisar o efeito da distância da borda da floresta no aporte de sementes. As atividades de campo foram realizadas no município de Iguaba Grande, Rio de Janeiro, Brasil. Foram instalados 70 coletores de sementes (com 0,50 m de diâmetro distribuídos em transectos distantes paralelamente 5, 15 e 35 m da borda da floresta em área de pasto abandonado e em um transecto de 10 m no interior da floresta. Cada transecto fora do fragmento recebeu dez coletores, instalados sob poleiros artificiais, e dez coletores, instalados sem poleiro. No interior do fragmento foram instalados dez coletores, sem presença de poleiro artificial. Durante três semanas de amostragem foram coletadas 418 sementes, sendo 242 zoocóricas (57,9% e 176 anemocóricas (42,1%. A média de sementes com presença de poleiro artificial foi de 7,4 (± 3,9 sementes/m2/mês, enquanto na ausência de poleiro artificial, a média foi de foi de 1,7 (± 1,8 sementes/m2/mês, considerando simultaneamente sementes anemocóricas e zoocóricas. Diferentes distâncias da borda da floresta, até 35 m, não influenciaram no aporte de sementes zoocóricas e anemocóricas. A presença de poleiros artificiais levou a um aporte 118 vezes maior de sementes zoocóricas quando comparada aos coletores sem poleiros. Poleiros artificiais podem funcionar como estrutura catalisadora da restauração florestal, com significativo incremento no aporte de sementes zoocóricas.

  2. Diversidade de Larvas de Leptophlebiidae (Insecta: Ephemeroptera da Reserva Florestal Adolpho Ducke, Manaus, AM.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Rabelo dos Santos-Neto

    2008-03-01

    Full Text Available ResumoA Reserva Florestal Adolpho Ducke (RFAD é um fragmento de 10.000 hectares em conflito geográfico com a cidade de Manaus. O conhecimento da diversidade dos Ephemeroptera na RFAD é fundamental uma vez que estes organismos são elementos biológicos importantes; como importante fonte de alimento e, por seu potencial como indicadores das perturbações antropogênicas. Neste estudo teve-se como objetivo o levantamento da fauna de Leptophlebiidae (Ephemeroptera das duas bacias hidrográficas, comparando a diversidade entre as bacias e entre os períodos seco e chuvoso. Coletou-se em 38 pontos dos igarapés das bacias Leste (Ipiranga, Uberê e Tinga e a Oeste (Acará e Bolívia da RFAD com rede entomológica aquática (rapiché. Para verificar diferenças na riqueza das duas bacias e, comparar a riqueza nos períodos seco e chuvoso foi feito o Índice de Riqueza de Jackknife. Foram obtidas 804 larvas de Leptophlebiidae sendo identificados 368 indivíduos e reconhecidos sete gêneros: Hagenulopsis Ulmer (35%; n=128; Thraulodes Ulmer (34%; n=124; Farrodes Peters (13%; n=48; Miroculis Edmunds Jr (12%; n=45; Hydrosmilodon Flowers & Dominguez (5%; n=19; Hermanella Needham & Murphy (0.8%; n=3, Microphlebia Savage & Peters (n=1. Este representa o primeiro registro de Hydrosmilodon, Hermanella e Microphlebia para a RFAD. Na comparação entre as bacias Leste e Oeste, o Índice de Riqueza de Jackknife não indicou diferença significativa na riqueza de gêneros. Hermanella e Hydrosmilodon não ocorreram na bacia Oeste e, Microphlebia não ocorreu na bacia Leste, no entanto estas ausências não representam diferença significativa na riqueza taxonômica das bacias. A comparação na riqueza de espécie de Leptophlebiidae considerando o período seco e chuvoso revelou uma diferença significativa entre os períodos. Cerca de 68% dos indivíduos foram coletados no período seco provavelmente porque neste período a água fica restrita ao canal do igarap

  3. FATORES CONDICIONANTES DA CONFIGURAÇÃO DE FUNDOS DE VALE COLMATADOS NA BACIA DO ALTO-MÉDIO RIO POMBA, LESTE DE MINAS GERAIS

    OpenAIRE

    Letícia Augusta Faria de Oliveira; Antônio Pereira Magalhães Junior; Laura Bertolino de Souza Lima; Alex de Carvalho

    2014-01-01

    A adoção das formações aluviais na reconstituição de eventos geomorfológicos é uma ferramenta metodológica importante para a compreensão dos processos de esculturação dos vales fluviais, da configuração espaço-temporal da rede hidrográfica e, consequentemente, da configuração do modelado do relevo no Quaternário tardio. Este trabalho investiga hipóteses sobre os fatores condicionantes que levaram à configuração de expressivos fundos de vale colmatados na bacia do Alto-Médio Rio Pomba, região ...

  4. TENSÃO ENTRE JUSTIÇA SOCIAL E JUSTIÇA AMBIENTAL NA GESTÃO DA ÁGUA: O CASO DA BACIA DO RIO PALO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Magaly Correa

    2012-08-01

    Full Text Available A coordenação de ações ambientais em torno da conservação da água na bacia do rio Palo del Cauca - Colombia, envolve três autoridades ambientais: o Parque Nacional Natural Nevado del Huila, as Corporações Autônomas Regionais e a comunidade indígena Nasa. Este processo de coordenação gera tensões e oportunidades para as três autoridades, cujos objetivos de conservação ambiental e cultural parecem ser similares em torno do "recurso natural", mas com profundas diferenças culturais, legais e políticas em volta de três perguntas: O que é a água? Quem é o dono da água? Como se distribuem os benefícios econômicos associados à água? Mediante a aplicação do método etnográfico e o de investigação e ação participativa, este artigo apresenta conclusões sobre as diferenças jurídicas e políticas existentes ao redor do tema água para o caso da bacia do rio Palo.

  5. Combinação linear ponderada na definição de áreas prioritárias à conectividade entre fragmentos florestais em ambiente SIG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Antônio da Conceição Sartori

    2012-12-01

    Full Text Available A fragmentação florestal de origem antrópica é um dos resultados do processo desordenado de uso e ocupação do solo, especialmente em paisagens intensamente cultivadas. Neste contexto, o presente trabalho objetivou definir áreas prioritárias, para favorecer a conectividade entre os fragmentos florestais, visando ações de recuperação florestal na Bacia do Rio Pardo, SP, utilizando a abordagem multicriterial denominada Combinação Linear Ponderada.Na definição dos critérios e, posteriormente, dos pesos de fatores, empregou-se a Técnica Participatória. Os fatores considerados importantes ao objetivo do trabalho foram: proximidade entre fragmentos de maior área nuclear, proximidade da cobertura florestal, proximidade da rede hidrográfica, distância aos centros urbanos, declividade, erodibilidade do solo. Considerando que as variáveis que interferem na escolha de áreas prioritárias à restauração florestal na Bacia do Rio Pardo-SP contribuem com pesos diferenciados no processo final de decisão, estabeleceu-se uma hierarquia, de acordo com a importância de cada fator para a aptidão da área. O fator de maior peso foi proximidade entre fragmentos de maior área nuclear (0,3713, seguido de proximidade da cobertura florestal (0,1911, proximidade da rede hidrográfica (0,1516, distância aos centros urbanos (0,1168, declividade (0,0840 e erodibilidade (0,0854.O resultado obtido foi um mapa de áreas prioritárias, com cinco graus de prioridade. A priorização de áreas ocorreu de maneira a promover, primeiro a união dos fragmentos de floresta com maior área nuclear e, a partir dessa união, a sucessiva expansão dessas regiões de prioridade muito alta tendendo a muito baixa. A metodologia mostrou-se adequada ao mapeamento de áreas prioritárias à restauração florestal, em bacias hidrográficas. Uma vez que fragmentos com maiores áreas nucleares sejam conectados com fragmentos pequenos, onde estes são predominantes na

  6. ANÁLISE DA SUSCETIBILIDADE À EROSÃO LAMINAR NA BACIA DO RIO MANSO, CHAPADA DOS GUIMARÃES, MT, UTILIZANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Vieira Xavier

    2010-09-01

    Full Text Available A erosão tem sido reconhecida como um sério problema global de degradação das terras e uma ameaça ao bem estar da humanidade. O mau uso e ocupação do solo, sem levar em conta sua capacidade de renovação, têm levado a perdas por erosão cada vez maiores causando muitas vezes transtornos de caráter irreversíveis. O Reservatório de Manso, localizado na Bacia Hidrográfica do Rio Manso – BHRM vem sofrendo com problemas de assoreamento, que, causado pelo transporte de sedimentos proveniente das cabeceiras da bacia, representam uma ameaça à vida útil do reservatório. Este trabalho teve como objetivo estudar a suscetibilidade à erosão laminar da Bacia Hidrográfica do Rio Manso, através de técnicas de geoprocessamento, indicando as áreas mais suscetíveis à erosão, e sua relação com a erodibilidade dos solos, possibilitando alternativas futuras de manejo, recuperação e conservação dos solos da bacia. Foram definidas três classes principais de graus de suscetibilidade à erosão, sendo que aproximadamente 80% da área da bacia estão localizados na classe de baixo potencial, cerca de 16%, na classe de médio potencial e aproximadamente 2% na classe de alto potencial à erosão. As classes médio e alto potencial foram localizadas principalmente nas bordas da bacia, ou seja, áreas que promovem maior produção de sedimentos, sendo estes carreados até o reservatório. Estas áreas de médio e alto potencial situam-se geralmente nos relevos mais escarpados encontrados dentro da bacia, mais íngremes, com classes de declividade forte e muito fortes (>20%, em solos considerados extremamente suscetíveis a erosão.

  7. VARIAÇÃO ESPACIAL DO INTEMPERISMO NA BACIA DO RIO TURVO, MÉDIO VALE DO RIO PARAÍBA DO SUL (RJ – SUBSÍDIOS AO ENTENDIMENTO DO BALANÇO DE DENUDAÇÃO QUÍMICA E MECÂNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Riccioni de Melos

    2016-03-01

    Full Text Available Estudos desenvolvidos na bacia do rio Turvo, no médio vale do rio Paraíba do Sul, instiga o aprofundamento da investigação sobre a evolução do relevo, pois ela apresenta feições geomorfológicas distintas em suas duas sub-bacias principais. Enquanto na sub-bacia do rio Turvo são encontradas inúmeras depressões fechadas em divisores de drenagem a sub-bacia do rio das Pedras apresenta menor frequência destas feições, sugerindo funcionamentos distintos nas suas duas principais sub-bacias. Diante deste quadro, o presente trabalho tem como objetivo investigar a natureza e a magnitude das variações espaciais do balanço de denudação química e mecânica entre as sub-bacias do rio das Pedras e Turvo. Para tanto, foi feita uma varredura hidroquímica das águas superficiais, assim como análises mineralógicas, texturais e químicas de perfis de intemperismo e rochas. A hidroquímica apontou maiores concentrações de todos os elementos determinados na sub-bacia do rio das Pedras, sugerindo maior disponibilidade desses elementos nos perfis de intemperismo, assim como a existência de perfis menos espessos, que possibilitam  a chegada de água à frente de intemperismo. As taxas de intemperismo indicam perfis altamente intemperizados em ambas sub-bacias (Chemical Index of Alteration>75, todavia aponta a presença de perfis mais alterados na sub-bacia do rio Turvo. Logo, é possível concluir que os processos de denudação química dominam a evolução da sub-bacia do rio Turvo, enquanto os processos de denudação mecânica são mais atuantes na sub-bacia do rio das Pedras, apesar de apresentarem menor magnitude do que na bacia do rio Bananal, localizada na margem oposta do rio Paraíba do Sul

  8. Reciclagem de Precipitação na Bacia Amazônica: O Papel do Transporte de Umidade e da Evapotranspiração da Superfície

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Machado Rocha

    Full Text Available Resumo O objetivo desse trabalho é avaliar a distribuição dos componentes do balanço de água e da reciclagem de precipitação na bacia amazônica, abordando os mecanismos físicos associados ao processo de reciclagem. De forma geral, a bacia amazônica se comporta como um sumidouro de umidade da atmosfera, recebendo vapor d'água tanto do transporte de origem oceânica quanto da evaportranspiração da floresta por meio do processo de reciclagem de precipitação. Em escala regional, a Amazônia representa uma importante fonte de umidade para outras regiões da América do Sul, contribuindo para o regime da precipitação em outras áreas do continente. Na média, a reciclagem de precipitação é da ordem de 20% na bacia amazônica, com valores variando entre 15% na porção norte e 40% na porção sul. Dessa forma, do total da precipitação na bacia, aproximadamente, 20% é decorrente do processo de evapotranspiração local; indicando que, a contribuição local para a precipitação total representa um percentual significativo no balanço de água regional e desempenha um importante papel no ciclo hidrológico amazônico. Entretanto, as variabilidades e mudanças no sistema climático devido tanto às variações naturais quanto antropogênicas (aumento na emissão de gases estufa e desflorestamento podem afetar a reciclagem e o ciclo hdrológico regional.

  9. Análise estatística de chuvas intensas na bacia hidrográfica do Rio Paraíba Statistical analysis of rains intense in the Paraíba River bas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lincoln Eloi de Araújo

    2008-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi realizada na bacia hidrográfica do rio Paraíba com a finalidade de identificar a variação espacial e temporal das chuvas intensas de 1, 2, 3, 4 e 5 dias. Os resultados obtidos mostraram concentração de valores máximos da variação espacial das chuvas intensas no leste da sub-bacia do Baixo Paraíba, Sul da sub-bacia do rio Taperoá e centro-norte da sub-bacia do Alto Paraíba. A análise da variação temporal revelou que os meses de maiores ocorrências de chuvas intensas na bacia em estudo são: janeiro, fevereiro, março e abril. Em seguida, as chuvas intensas foram ajustadas à função distribuição de probabilidade de Gumbel. O teste Kolmogorov-Smirnov foi utilizado para verificar a qualidade desses ajustes.This research was accomplished in the Paraíba river basin for to identify the space and temporal variability of the rains intense of 1, 2, 3, 4 and 5 days. The obtained results showed concentration of maximum values of the space variation of the rains intense in the east of the subbasin of Low Paraíba, south of the subbasin of the river Taperoá and center-north of the subbasin of High Paraíba. The analysis of the temporal variation did reveal that the months of larger occurrences of rains intense in the basin in study are: January, February, March and April. Soon after, the rains intense they were adjusted to the probability distribution function of Gumbel. The test Kolmogorov-Smirnov was used to verify the quality of those fittings.

  10. APLICAÇÃO DO ALGORITMO SUPPORT VECTOR MACHINE NA ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA BACIA DO RIO VIEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Aparecida Moreira

    2014-06-01

    Full Text Available O mapeamento do uso e cobertura do solo permite a obtenção de informações que fomentam a construção de cenários ambientais e indicadores, como subsídios da avaliação da capacidade de suporte ambiental, sendo este realizado por meio de técnicas de classificação. O classificador Support Vector Machine (SVM vem sendo empregado com sucesso na separação máxima das classes analisadas, com elevada acurácia. O objetivo deste trabalho é a aplicação do SVM para elaboração de mapeamentos do uso e ocupação da Bacia do Rio Vieira entre 1985 a 2010, nos quais se possam analisar as alterações ocorridas na paisagem. Os resultados mostraram que a classe mais representativa da bacia é a vegetação natural, no entanto, durante a análise foi verificada que esta sofreu pressões, devido ao avanço da mancha urbana da cidade, à prática de supressão vegetal e a implantação de áreas de pastagens. A classe área urbana se comportou de forma crescente, apresentando em 2010 uma área superior a 74 km², justificada pela criação de loteamentos, principalmente nas regiões periféricas. As classes pastagens e solo exposto mostraram-se inversamente proporcionais às áreas da classe vegetação, demonstrando dessa forma, pressões antrópicas sobre as áreas vegetadas da bacia.

  11. BALANÇO ENTRE INTEMPERISMO QUÍMICO E REMOÇÃO DO SOLO NA BACIA DO RIBEIRÃO MONJOLO GRANDE, IPEÚNA (SP, DETERMINADAS POR GEOQUÍMICA FLUVIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Paulo Spatti Junior

    2014-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar as taxas de erosão química e mecânica na bacia do Ribeirão Monjolo Grande, Ipeúna (SP, determinadas por geoquímica fluvial. Os resultados indicaram um fluxo de material dissolvido de 6,33 ton/km2/ano ou 182,5 toneladas/ano devido aos processos de intemperismo químico das rochas nesta bacia hidrográfica. Em relação ao material sólido removido, obteve-se um fluxo de 31 ton/km2/ano ou 887 ton/ano. Com estes resultados, pode-se calcular as taxas de erosão química e mecânica de 7 e 26 m/Ma, respectivamente, e uma diminuição da espessura do solo na bacia do Ribeirão Monjolo Grande nas condições climáticas atuais. Simulações de diferentes cenários indicaram um valor de 2,65 m/Ma para que as taxas de erosão química e mecânica sejam iguais. Além disso, somente em condição climática seca a erosão química será maior que a erosão física.

  12. Análise Espacial com SIG de Parâmetros Ambientais e Comportamento Hidrológico (Chuva-Vazão de uma Bacia de drenagem Montanhosa na Serra Dos Órgãos: Bacia Do Paquequer, Município De Teresópolis, RJ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Semiramis Silveira

    2007-11-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivos principais apresentar e analisar, por meio de Sistema de Informação Geográfica, a distribuição espacial dos parâmetros ambientais, na escala 1:50.000, e discutir a possível influência destes na dinâmica hidrológica de chuvavazão da bacia do Paquequer. Este rio (5ª ordem, 30 km de comprimento nasce na Serra dos Órgãos e drena 269 km2 para o vale do Paraíba do Sul. A pluviosidade anual varia de 1500 mm a jusante da bacia até mais de 3000 mm na cabeceira e as chuvas predominam no verão. Em 1996, a vegetação da bacia era composta por um mosaico de diferentes estágios de sucessão ecológica até Floresta Ombrófila Densa - Mata Atlântica, em fragmentos de diferentes tamanhos, e 25 % da área com uso urbano/rural. Na bacia ocorrem 3 unidades geológicas (Granito Teresópolis, Batólito Serra dos Órgãos (gnaisse e Unidade Rio Negro (migmatito. Os afloramentos rochosos (5 % da área são importantes feições da paisagem (principalmente no Granito Teresópolis. As unidades estão sobrepostas por colúvios, colúvios ricos em blocos, elúvio e pouca quantidade de depósitos aluvionares. Os Cambissolos são dominantes, com poucos Latossolos (preferencialmente associados a Unidade Rio Negro e Gleissolos nos vales. Uma coletânea, unificação e análise das relações espaciais dos dados de geologia, solos, declividade, formação superficial, hidrografia, vegetação e uso mapeados pelo projeto Teresópolis (UERJ/IBGE foi elaborada por intermédio do ArcGis Desktop 9.2. Os resultados do SIG apontam que a geologia da bacia condiciona diferentes paisagens. No Granito Teresópolis as classes de maior declividade, os afloramentos rochosos e os colúvios com blocos têm maior significado. As classes Gleissolo e Latossolo adquirem importância significativa na unidade Rio Negro. A investigação por meio de GPR e granulometria de uma sub-bacia identificou padrões geofísicos e granulom

  13. Potencial da biomassa florestal residual para fins energéticos de três concelhos

    OpenAIRE

    Netto, Carlos Pinto Coelho Amaral

    2008-01-01

    O mercado da biomassa florestal tem vindo a desenvolver-se bastante nos últimos anos na Europa. Portugal, apesar de ter um desenvolvimento considerável através da sua indústria florestal, apenas nos últimos anos começa a encarar as oportunidades que este recurso pode oferecer. Através de um concurso público lançado em 2006, a meta para a produção de electricidade a partir de biomassa florestal foi estabelecida em 250 MWe, sendo anteriormente de 150 MWe. O presente trabalho t...

  14. Saneamento básico e saúde pública na Bacia Hidrográfica do Riacho Reginaldo em Maceió, Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana de Araújo Silva

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO As bacias hidrográficas urbanas apresentam uma realidade muito complexa no que se refere à qualidade das águas, geralmente afetadas pela carência dos serviços de saneamento, com consequências diretas sobre a saúde da população. A bacia do riacho Reginaldo em Maceió, Alagoas, apresenta grande variação espacial nos padrões da prestação dos serviços de saneamento básico e, consequentemente, grande variação nos indicadores de salubridade ambiental que impactam na incidência de doenças de veiculação hídrica. Este trabalho buscou relacionar ocorrência e incidência de doenças de veiculação hídrica com o Índice de Salubridade Ambiental (ISA. O ISA utilizado baseia-se na ocorrência, magnitude e abrangência de alagamentos e na qualidade e abrangência da prestação dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário e coleta de resíduos sólidos. Os resultados indicam uma relação entre os indicadores que compõem o ISA e a incidência de doenças específicas (relacionadas a determinado componente do ISA, mas mostram também que a resolução espacial e a forma de obtenção dos indicadores primários afetam substancialmente os resultados. Os resultados mostram, também, que a forma de obtenção dos dados é determinante para permitir identificar com clareza qual é o componente do saneamento básico que mais interfere na ocorrência e incidência de determinada doença, bem como a sua abrangência espacial. Na área estudada, os maiores números de diagnoses recaem principalmente sobre dengue, hepatites e leptospirose, com incidência majoritária da dengue. Os resultados são apresentados em mapa, com divisão por setor censitário.

  15. ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA BACIA DO RIBEIRÃO SÃO TOMÉ, NOROESTE DO PARANÁ – PR (1985 e 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adevanilde Cristina Bueno Castelar ROMÃO

    2011-04-01

    Full Text Available A análise do uso e da ocupação do solo pode auxiliar na avaliação dasconsequências que certas atividades antrópicas podem trazer para o meio físico. Nesse contexto destaca-se a pesquisa desenvolvida na bacia do ribeirão São Tomé, localizada na Região Noroeste do Paraná e integrada pelos municípios de Cianorte e São Tomé, tendo como objetivo analisar o uso e a ocupação da bacia. Essa caracterização foi realizada a partir da análise de dados demográficos dos municípios integrados à área e de cartas temáticas representando a declividade, a hipsometria e o uso e ocupação do solo para os anos de 1985 e 2008. A análise mostrou que houve um aumento do uso da bacia por culturas temporárias de 75,3% para 81,2% e uma redução das áreas de preservação ambiental de 8,2% para 7,0%.

  16. MODELAGEM DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO JACARÉ - SE

    OpenAIRE

    MACEDO, Fabrício Lopes de; JUNIOR, Arisvaldo Vieira Méllo; MARCELLINI, Silvana Susko; PEDROTTI, Alceu

    2012-01-01

    A produção de sedimentos nas bacias hidrográficas constitui um aspecto importante para o planejamento do uso e ocupação do solo. Modelos matemáticos são ferramentas úteis para a análise do problema fornecendo rapidez, praticidade e flexibilidade as simulações de condições atuais e futuras. Neste artigo foi avaliada uma metodologia para simular a produção de sedimentos em distintos cenários de uso e ocupação do solo utilizando de forma combinada a MUSLE, o modelo hidrológico ABC e um SIG. A mo...

  17. Evento extremo de chuva-vazão na bacia hidrográfica do rio Araguari, Amapá, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Cavalcanti da Cunha

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo da investigação foi analisar vazões extremas ocorridas entre 9 e 14 de abril de 2011 na bacia do Rio Araguari-AP. A metodologia consistiu de três etapas principais: 1 re-análise da precipitação estimada pelo Modelo BRAMS (Brazilian in Development Regional Atmospheric Model System,utilizando como suporte a sinótica do mesmo período; 2 análise de vazão nas seções de monitoramento hidrológico em Porto Platon, Capivara e Serra do Navio (ADCP-Accustic Doppler Profiller Current; 3 análise estatística da série histórica de vazões máximas em Porto Platon utilizando distribuição de Gumbel. Observou-se que o modelo BRAMS capturou parcialmente o padrão do sistema de precipitação quando comparado com a análise sinótica e com os dados da literatura, mas demandando ainda otimização na representação de respostas hidrológicas extremas. Em Porto Platon foi registrada uma vazão recorde de 4036 m3/s, cujo comportamento foi analisado sob a ótica dos mecanismos disponíveis de monitoramento no Estado. Concluiu-se que tais eventos extremos são pouco detectáveis e oferecem riscos consideráveis aos usuários da bacia. A previsão de vazão, baseada na série hidrológica disponível, era de 100 anos de retorno, mas as análises revelaram que este período seria de 360 anos, indicando significativa fragilidade do sistema de previsão de eventos extremos no Estado.

  18. Efeitos de cenários de uso do solo sobre o regime hidríco e produção de sedimentos na bacia do Ribeirão Concórdia - SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Perazzoli

    2013-10-01

    Full Text Available O uso inadequado dos solos agrícolas vem causando a perda gradual da sua capacidade produtiva e a degradação dos recursos hídricos por sedimentos e poluentes. O uso do solo pode afetar os processos hidrológicos e a erosão do solo na bacia. O objetivo do trabalho foi simular diferentes cenários de uso do solo para a bacia hidrográfica do ribeirão Concórdia, utilizando o modelo SWAT, e analisar os efeitos dessas mudanças no fluxo de água e de sedimentos. Os cenários gerados foram agricultura, mata nativa e pastagem. A bacia está localizada no sul do Brasil e possui uma área de drenagem de 30,74 km². Na etapa de calibração, obteve-se coeficente de eficiência Nash-Sutcliffe mensais de 0,82 para escoamento e 0,83 para sedimento. O cenário mata nativa apresentou o maior decréscimo na vazão média, em relação ao cenário atual, cerca de 8,70%. O cenário agricultura produziu a maior taxa de produção de sedimentos, aproximadamente 3 vezes maior que o cenário atual.Observou-se que alterações no uso do solo impactam o regime e a disponibilidade hídrica da bacia.

  19. Modelagem do escoamento superficial e da erosão hídrica na sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Marcela, Alto Rio Grande, MG

    OpenAIRE

    Silva, Polyanna Mara de Oliveira

    2014-01-01

    O manejo inadequado dos recursos solo e água tem produzido sérias consequências de dimensões ecológicas, econômicas e sociais. Sub-bacias hidrográficas são importantes unidades ambientais as quais são responsáveis pelo abastecimento de reservatórios, centros urbanos e unidades rurais. O ciclo hidrológico nas bacias hidrográficas vem sendo seriamente afetado pela erosão dos solos e pelo transporte de sedimentos. Com o presente trabalho, objetivou-se estudar o comportamento da erosão hídrica na...

  20. FATORES CONDICIONANTES DA CONFIGURAÇÃO DE FUNDOS DE VALE COLMATADOS NA BACIA DO ALTO-MÉDIO RIO POMBA, LESTE DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Augusta Faria de Oliveira

    2014-12-01

    Full Text Available A adoção das formações aluviais na reconstituição de eventos geomorfológicos é uma ferramenta metodológica importante para a compreensão dos processos de esculturação dos vales fluviais, da configuração espaço-temporal da rede hidrográfica e, consequentemente, da configuração do modelado do relevo no Quaternário tardio. Este trabalho investiga hipóteses sobre os fatores condicionantes que levaram à configuração de expressivos fundos de vale colmatados na bacia do Alto-Médio Rio Pomba, região leste de Minas Gerais. Os fundos de vale apresentam espessos níveis de terraços nos quais as planícies, por vezes com amplitudes anômalas, encontram-se embutidas ou encaixadas. O quadro geológico e geomorfológico regional, as idades obtidas via método de Luminescência Opticamente Estimulada (LOE para os sedimentos e a disposição de trechos de corredeira no médio Rio Pomba sugerem que a gênese dos depósitos fluviais esteve condicionada por uma tectônica diferencial de blocos durante o Quaternário tardio. A morfologia das planícies se deve à combinação de fatores antrópicos e tectônicos, além de ser influenciada pela morfologia da bacia do Rio Pomba. A datação dos depósitos aluviais via LOE se mostrou útil e adequada para mensurar a idade de episódios recentes de deposição aluvial.Palavras-chave: Dinâmica fluvial quaternária, vales colmatados, Luminescência Opticamente Estimulada (LOE.

  1. GEOCRONOLOGIA DE TERRAÇOS FLUVIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CORUMBATAÍ-SP A PARTIR DE LUMINESCÊNCIA OPTICAMENTE ESTIMULADA (LOE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renê Lepiani Dias

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho constitui-se na análise geocronológica em terraços fluviais, tendo como área de estudo o alto curso da bacia hidrográfica do rio Corumbataí. Para atingir este objetivo foram identificados e selecionados alto e baixos terraços, onde foram coletadas amostras dos materiais de recobrimento das coberturas superficiais, material de origem dos solos, para realização de análises laboratoriais. Resultados obtidos a partir da análise granulométrica foram interpretados por meio do diagrama textural, que permitiu a classificação textural dos sedimentos, fornecendo subsídios para determinação do ambiente deposicional. Foram realizadas datações absolutas por meio de Luminescência Opticamente Estimulada (LOE, onde foi possível determinar o momento da deposição do material, fornecendo dados para interpretação da evolução dos terraços fluviais. Os resultados permitiram relacionar a ocorrência dos mesmos com oscilações climáticas ocorridas durante o Holoceno. Períodos mais secos ocorridos há aproximadamente 5.500 anos A.P., 2.500 anos A.P. e 1.100 anos A.P. definiram os níveis de alto e baixos terraços. Em fase climática úmida houve entalhamento da rede de drenagem para o nível atual, possibilitando a deposição de aluviões recentes há aproximadamente 200 anos A.P. Concluiu-se que os resultados foram fundamentais no auxílio da caracterização paleoclimática e evolutiva da bacia hidrográfica do rio Corumbataí, na Depressão Periférica Paulista durante Holoceno

  2. EFEITOS ANTRÓPICOS E SUAS IMPLICAÇÕES NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARAPÁ, COLÍDER –MATO GROSSO/BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Aparecida de Oliveira Nobre

    2015-09-01

    Full Text Available O trabalho objetivou conhecer o perfil socioeconômico, as principais formas de uso do solo e as alterações no ambiente natural observadas na bacia hidrográfica do Rio Carapá, no município de Colider, Mato Grosso. Realizaram-se visitas in loco e aplicação de questionário composto por nove questões abertas. Foram entrevistados 30 camponeses em 16 diferentes comunidades rurais. Para a delimitação da área de estudo foram utilizadas informações de bases cartográficas com imagens de satélites LandSat (TM5, que refletem a situação da cobertura do solo e a interferência antrópica sobre o sistema natural. Os resultados mostram que a região da bacia hidrográfica e entorno encontra-se com desflorestada e, que para ampliar as áreas de pastagens as Áreas de Preservação Permanente – APP foram suprimidas. Aliados ao problema da ausência da vegetação ciliar e das áreas que seriam reserva legal, o solo e os recursos hídricos estão exposto a diferentes tipos de agentes de degradação. A rede de drenagem possui 234.849 km, sendo a densidade de drenagem considerada baixa com 6,9 m.ha-1. O estudo evidenciou que a região foi colonizada na década de 70 por migrantes vindos da região sul do país, pois há um percentual expressivo de famílias oriundas do Estado do Paraná, que trouxeram em sua bagagem o modelo de produção de uso e ocupação do solo de suas localidades de origem.

  3. EFEITOS ANTRÓPICOS E SUAS IMPLICAÇÕES NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARAPÁ, COLÍDER –MATO GROSSO/BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Aparecida de Oliveira Nobre

    2013-11-01

    Full Text Available O trabalho objetivou conhecer o perfil socioeconômico, as principais formas de uso do solo e as alterações no ambiente natural observadas na bacia hidrográfica do Rio Carapá, no município de Colider, Mato Grosso. Realizaram-se visitas in loco e aplicação de questionário composto por nove questões abertas. Foram entrevistados 30 camponeses em 16 diferentes comunidades rurais. Para a delimitação da área de estudo foram utilizadas informações de bases cartográficas com imagens de satélites LandSat (TM5, que refletem a situação da cobertura do solo e a interferência antrópica sobre o sistema natural. Os resultados mostram que a região da bacia hidrográfica e entorno encontra-se com desflorestada e, que para ampliar as áreas de pastagens as Áreas de Preservação Permanente – APP foram suprimidas. Aliados ao problema da ausência da vegetação ciliar e das áreas que seriam reserva legal, o solo e os recursos hídricos estão exposto a diferentes tipos de agentes de degradação. A rede de drenagem possui 234.849 km, sendo a densidade de drenagem considerada baixa com 6,9 m.ha -1 . O estudo evidenciou que a região foi colonizada na década de 70 por migrantes vindos da região sul do país, pois há um percentual expressivo de famílias oriundas do Estado do Paraná, que trouxeram em sua bagagem o modelo de produção de uso e ocupação do solo de suas localidades de origem.

  4. Avaliação da serapilheira em área de mata ciliar na bacia do rio Gurguéia sul do Piauí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaina Teresa Franco Costa

    2015-02-01

    Full Text Available Esse trabalho teve como objetivo avaliar ciclagem de nutrientes, através da deposição, estoque e decomposição de serapilheira em um remanescente de mata ciliar na Bacia do Rio Gurguéia. O experimento foi desenvolvido no munícipio de Bom Jesus-PI numa área de 17,8 ha de vegetação de caatinga. Para estimativa da quantidade produzida de serapilheira foram utilizados 15 coletores de madeira 1,00 m x 1,00 m, enumerados e distribuídos ao longo dos transectos. A serapilheira estocada foi estimada nas duas estações do ano (verão e inverno, retiradas com o auxilio de uma moldura de madeira vazada de 0,5 m x 0,5 m. Na avaliação da decomposição foram distribuídos 12 sacolas de náilon na superfície do solo, em cada caixa coletora, sendo retirada uma sacola de cada coletor a cada mês. A produção de serapilheira foi estimada em 3.266,8 kg. ha ̄ ¹, a fração folha apresentou maior contribuição com 2.076,1 kg ha ̄ ¹. A maior deposição ocorreu na estação seca. A serapilheira estocada apresentou maior acumulo no período seco (verão onde a fração folha apresentou o maior acumulo. A maior taxa de decomposição foi verificada no período chuvoso, que apresentava boas condições para a atividade dos microrganismos. A deposição, estoque e decomposição foram influenciados pela precipitação

  5. Continuidade espacial da condutividade hidráulica saturada do solo na bacia hidrográfica do Alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Cristina Alvarenga

    2011-10-01

    Full Text Available A distribuição espacial da condutividade hidráulica saturada (k0 é essencial para estudos relacionados a erosão do solo e escoamento superficial. Este trabalho objetivou estudar a continuidade espacial do atributo hidrológico do solo k o na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, MG, e realizar seu mapeamento por meio de técnicas geoestatísticas, utilizando dados sem e com transformação logarítmica. Os modelos de semivariograma esférico e exponencial foram ajustados ao semivariograma experimental pelo método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO e Mínimos Quadrados Ponderados (MQP. Técnicas de validação cruzada e preditiva foram aplicadas para a escolha do melhor modelo. Os resultados indicaram que, ao se trabalhar com o logaritmo dos dados de k o, houve redução de pontos discrepantes e de anisotropia, entretanto os valores mais elevados de grau de dependência espacial foram observados nos dados sem transformação. O ajuste do modelo esférico, por meio do método MQO, foi o que produziu melhor desempenho na modelagem da continuidade espacial de k0. Os mapas gerados a partir dos dados sem e com transformação logarítmica não apresentaram o mesmo comportamento na distribuição espacial dos valores, e o mapa dos dados na forma transformada teve o melhor detalhamento da distribuição espacial.

  6. Aplicação do modelo hidrológico SWMM na gestão das águas pluviais urbanas: estudo de caso da bacia hidrográfica do Rio Morto, Rio de Janeiro.

    OpenAIRE

    Daniele Pereira Batista Amaral

    2014-01-01

    O crescimento da população e dos núcleos urbanos durante o século XX, sobretudo nos países em desenvolvimento, contribuiu para o aumento das áreas impermeáveis das bacias hidrográficas, com impactos importantes nos sistemas de drenagem urbana e na ocorrência de enchentes associadas. As enchentes trazem prejuízos materiais, na saúde e sociais. Recentemente, têm sido propostas práticas conservacionistas e medidas compensatórias, que buscam contribuir para o controle das enchentes urbanas, atrav...

  7. Efeitos multiplicadores da economia florestal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valverde Sebastião Renato

    2003-01-01

    Full Text Available Este trabalho trata da importância do setor florestal para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro por meio dos modelos econômicos de equilíbrio geral multissetoriais, através das análises das matrizes de insumo-produto (MIP e de contabilidade social (MCS. As principais fontes dos dados foram as Tabelas de Insumo-Produto (TIP do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, além de informações obtidas no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES, no Banco Central (BACEN e na Secretaria da Receita Federal (SRF, referentes ao ano de 1995. Observou-se que tão importante quanto contribuir para a geração e formação do PIB, de emprego, impostos, salários e balança comercial é o poder que um setor produtivo tem a mais que o outro de multiplicar estes indicadores quando uma unidade monetária é gasta a mais pelos consumidores finais na demanda por produtos deste determinado setor. Os resultados indicaram que o setor florestal é um dos setores da economia brasileira que apresentou os maiores efeitos multiplicadores para os indicadores socioeconômicos, sendo superiores aos de outros como o da indústria automobilística, de equipamentos elétricos e eletrônicos, de máquinas e equipamentos e de produtos químicos e petróleo.

  8. Produção e qualidade do leite na bacia leiteira de Pelotas-RS em diferentes meses do ano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Paulo Ricardo Garcia

    2006-01-01

    Full Text Available Avaliou-se a variação da produção e qualidade do leite, durante 11 meses do ano através do monitoramento de nove unidades produtoras de leite (UP, escolhidas aleatoriamente por pertencerem à bacia leiteira de Pelotas. Foram realizadas coletas mensais de leite e dos alimentos de cada UP. Foram avaliadas as características físico-químicas e contagem de células somáticas do leite, além da incidência de mastite e a produção média de leite das UP. As UP foram classificadas nos seguintes sistemas de produção: especializadas, semi-especializadas e não especializadas conforme critérios previamente estabelecidos. Na análise da variância, foram considerados os efeitos de sistemas de produção, meses do ano e a interação entre sistemas e meses do ano, segundo um delineamento completamente casualizado em arranjo fatorial. Foram observadas diferenças no leite produzido nos diversos meses do ano, quanto à produção de leite corrigida, proteína bruta, teor de caseína, teor de lactose, extrato seco total, extrato seco desengordurado e incidência de mastite, não sendo observadas, neste estudo, diferenças quanto às percentagens de gordura e nitrogênio não protéico do leite nem contagem de células somáticas. Nos meses de outono e inverno, ocorreram as menores produções de leite e menores teores dos componentes químicos, enquanto a ocorrência de mastite foi mais importante nos meses de primavera - verão.

  9. AVALIAÇÃO TEMPORAL DO USO DA TERRA NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO CADENA E PASSO DAS TROPAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Brucker

    1993-08-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivos classificar, mapear e quantificar, a nível de reconhecimento, o uso da terra na Sub-Bacia Hidrográfica do Arroio Cadena e Passo das Tropas - município de Santa Maria, RS. Utilizou-se aerofotogramas pancromáticos obtidos em 1964 e 1975, com escalas aproximadas de 1:60.000 e 1:110.000 respectivamente, e composições coloridas do LANDSAT 5 - TM de 1986 e 1987, na escala aproximada de 1:110.000. Quantificou-se as áreas utilizando as técnicas da amostragem sistemática por grade de pontos. Observou-se que a Classe Pastagem predominou sobre as outras nas três épocas estudadas, ocupando 65,2% da área em 1964, 68,1% em 1975 e 67,4% em 1986/87. A Classe Florestas apresentou um decréscimo de 30,8% e a Classe Agricultura, de 17,6% no período de 1964 a 1986/87; a Classe Construções aumentou sua ocupação em 64,6% neste mesmo período. A técnica de amostragem sistemática por grade de pontos utilizada na quantificação das áreas superestimou a área da sub-classe rede de drenagem em 354,0% e da sub-classe rede viária em 287,6% (média das três épocas de levantamento.

  10. Índice de qualidade do solo associado à recarga de água subterrânea (IQS RA na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Cristina Alvarenga

    2012-11-01

    Full Text Available A proposição de índices de qualidade do solo tem crescido de forma considerável nos últimos anos para análises de sustentabilidade ambiental e da produção agrícola. No entanto, não há, nas condições brasileiras, o desenvolvimento de qualquer indicador de qualidade do solo vinculado à recarga de água subterrânea. O objetivo deste estudo foi gerar um índice de qualidade do solo, relacionado à recarga de água subterrânea (IQS RA, válido para as condições da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande e proceder a seu mapeamento por meio de técnicas geoestatísticas. O IQS RA proposto é uma combinação linear de três indicadores relacionados à infiltração de água no solo: densidade do solo, condutividade hidráulica saturada e macroporosidade. Para sua validação, foi considerada a participação do deflúvio base (ou subterrâneo no deflúvio total para quatro sub-bacias da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, analisando o comportamento desses indicadores hidrológicos tendo-se como referência a distribuição espacial do IQS RA. O índice gerado mostrou-se uma ferramenta importante para avaliação do potencial do solo para recarga de água subterrânea, uma vez que ele reflete a influência dos usos da terra no comportamento do deflúvio base e, consequentemente, na dinâmica da produção de água pelas sub-bacias.

  11. Produtividade e características biológico-reprodutivas do aruanã, Osteoglossum bicirrhosum (Osteoglossiformes: Osteoglossidae, na lagoa Lago Grande, bacia do Rio Putumayo, Peru

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Andre Amaringo Cortegano

    2014-12-01

    Full Text Available Devido à importância da pesca ornamental de aruanã, e da lagoa Lago Grande como uma das principais áreas para a captura de alevinos de aruanã no Peru, o presente estudo tive como objetivo avaliar a produtividade e as características biológico-reprodutivas na espécie na lagoa, a mesma que está localizada na bacia baixa do Rio Putumayo e representa uma das áreas de pesca preferidas pela importante população de aruanã que a habitam. Foram feitas análises de densidade populacional, biometria, maturidade sexual, desova, fecundidade, proporção sexual, níveis da água na lagoa e sobre a produção de alevinos de aruanã. O estudo foi desenvolvido entre março a julho de 2012 e as atividades foram realizadas em parceria com a Agrupação de Pescadores “Fronteras Vivas”. De modo geral, a densidade populacional extrapolada à área da lagoa foi de 1.29 peixes∕ha. Daqueles, a densidade de progenitores na lagoa foi de 1.19 peixes∕ha. Além disso, os machos tiveram comprimento total e padrão e peso total maior do que as fêmeas, e foi observado que o período de desova ocorreu em sincronia com o início da crescente no nível das águas. A média de oocitos produzidos por fêmeas de aruanã foi de 201 e a proporção sexual foi equilibrada. Assim mesmo, o estudo mostra a capacidade de produção da lago. Nesse sentido, o nível da água influenciou na produção de alevinos de aruanã. É importante continuar os estudos da espécie para regulamentar a pesca e recuperar populações.

  12. INFLUÊNCIA DOS FATORES GEOLÓGICOS, GEOMORFOLÓGICOS E ANTRÓPICOS DA PRODUÇÃO DE FLUXO DE BASE EM PEQUENAS BACIAS HIDROGRÁFICAS NA APA CACHOEIRA DAS ANDORINHAS, OURO PRETO (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josefa Clara Monteiro

    2014-08-01

    Full Text Available Neste trabalho objetivou-se estabelecer a influência da geologia, geomorfologia e uso e ocupação do solo no potencial hídrico de pequenas bacias hidrográficas situadas na Área de Proteção Ambiental Estadual da Cachoeira das Andorinhas (APA/CA. Foram selecionados três pares de bacias, cada par com condições geológicas e geomorfológicas semelhantes, mas com graus distintos de interferência antrópica. Utilizando-se dados de chuva e vazão, obtidos durante um ano hidrológico, estabeleceram-se os regimes pluviométricos e fluviométricos e determinaram-se alguns parâmetros hidrológicos, como o fluxo de base pela técnica smoothed mínima e o coeficiente de recessão (α pela técnica matching strip. A análise conjugada destes parâmetros, de índices morfométricos e de dados físico-químicos das águas indicam que as bacias em áreas de relevo mais suave tendem a apresentar menores coeficientes de recessão e maiores volumes de fluxo de base. Portanto, nestas áreas o potencial hídrico é maior, já que a vazão das drenagens se mantém por mais tempo na estação seca. O relevo mais suave, com solo mais espesso e maior tempo de trânsito das águas subterrâneas, também justificam as águas mais redutoras e com maiores condutividades elétricas. Os dados também sugerem que as bacias da área com maiores proporções de florestas tendem a apresentar menores fluxos de base por conta das maiores taxas de evapotranspiração. Os métodos aplicados se mostraram adequados para caracterizar o regime hídrico de pequenas bacias hidrográficas e podem ser importantes para a gestão de recursos hídricos.

  13. Resíduos Sólidos na Bacia do Rio Ivinhema-MS | Solid Waste in River Basin Ivinhema-MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Akemi Ikuta

    2014-05-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Introdução: O trabalho apresenta parte dos resultados da pesquisa intitulada “Geração e disposição de resíduos sólidos urbanos e as formas de organização dos trabalhadores catadores de resíduos recicláveis nos municípios localizados na bacia do rio Ivinhema-MS”, realizada com apoio do CNPq. A área estudada compreende um conjunto de 25 municípios, localizados na bacia do Rio Ivinhema, na região sudeste do Estado de Mato Grosso do Sul, com uma população total aproximada de 675.569 habitantes, sendo 81,92% urbana (IBGE, Censo 2010. Dentre os principais objetivos destacam-se: realizar um diagnóstico da situação da produção e destinação de resíduos sólidos; e contribuir para a identificação de ações prioritárias a serem desenvolvidas na área, tendo em vista o melhor gerenciamento dos resíduos sólidos. Metodologia/Desenvolvimento: O desenvolvimento da pesquisa apoiou-se em ampla revisão bibliográfica sobre as principais questões teórico-metodológicas ligadas ao tema escolhido, o que fundamentou sua melhor compreensão e orientação da pesquisa, bem como a coleta de dados de fontes secundárias. Os principais instrumentos utilizados para a coleta de dados foram: questionários, aplicados junto às prefeituras municipais, empresas envolvidas no manejo de resíduos e organizações de catadores (associações ou cooperativas; entrevistas não estruturadas, para esclarecimento de dúvidas sobre os questionários e complementação de informações; e observações realizadas em trabalho de campo nos locais de disposição dos diversos tipos de resíduos sólidos urbanos, para complementar dados, obter informações com registros fotográficos e confrontar os dados informados em questionários. Após a coleta, foi realizada a tabulação e sistematização, facilitando a verificação de semelhanças, diferenças, relações e inter-relações entre os dados. Em

  14. Geotecnologias como suporte para análise da vegetação natural na sub-bacia hidrográfica do Rio Gavião (1988 a 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno Santos Clemente

    2017-06-01

    Full Text Available O histórico de ocupação da sub-bacia do rio Gavião passou por transformações socioeconômicas expressivas nos últimos 30 anos. Desse modo, preocupações com preservação ou recuperação da cobertura vegetal influência, positivamente, na manutenção do ciclo hidrológico da sub-bacia. A presente pesquisa tem como objetivo analisar a modificação da vegetal natural entre os anos de 1988 a 2015 na sub-bacia hidrográfico do rio Gavião (semiárido brasileiro. Foram utilizadas as como suporte técnico o sensoriamento remoto, Processamento Digital de Imagens - PDI e o Sistema de Informações Geográficas - SIG (satélites landsat 5 e landsat 8. Os resultados indicam redução da cobertura vegetal de 751,69 km², entre os anos de 1988 a 2015. Também, manchas de desmatamento em áreas de nascentes, na parte alta da rede de drenagem e no dessegue do canal principal. Assim, a presente pesquisa chama atenção para os efeitos da mudança da vegetação natural para outros usos da terra (solo exposto, plantio, entre outros, a concentração do desmatamento em áreas de fragilidade ambiental.

  15. Uso da terra e perda de solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia, Bahia Land use and soil loss in the Colônia River Watershed, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius de A. Silva

    2011-03-01

    Full Text Available Mudanças no uso da terra muitas vezes potencializam a erosão hídrica acarretando perda de água, solo, nutriente e matéria orgânica dos sistemas agrícolas, razão por que se estimou a perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia, na Bahia, nos últimos vinte e sete anos, utilizando-se o software SWAT (Soil and Water Assessment Tool. Para tal, procedeu-se à digitalização de mapas temáticos, interpretação de fotografias aéreas de 1975; classificação supervisionada de imagens de satélites de 2002 e produção de mapas de uso da terra. O SWAT foi utilizado na obtenção de mapas temáticos digitais por sub-bacia hidrográfica do rio Colônia, quantificação das perdas de solo em cada sub-bacia e nas formas de usos obtidos por conceito teórico, simulando as inclusões de áreas de preservação permanente, bem como mata em toda a superfície das sub-bacias. Estima-se que, entre 1975 e 2002, a média de perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia foi de 47 t ha-1 ano-1 e em 2002 a estimativa de perda de solo foi de 46,64 t ha-1 ano-1. Na simulação de um cenário teórico de área de preservação permanente (APP e mata, ocorreu diminuição da média da perda de solo em toda a bacia hidrográfica do rio Colônia de, respectivamente, 9,09 t ha-1 ano-1 e 20,91 t ha-1 ano-1.Land use changes most of the time increases the hydric erosion leading to loss of water, nutrients and organic matter in agricultural systems. Thus, aiming to estimate the soil loss in the watershed of Colonia River, in Bahia, in the last twenty-seven years, the software SWAT (Soil and Water Assessment Tool was used. For the purpose, a digitalization thematic map (Arc View, interpretation of aerial photographs from 1975, supervised classification of 2002 satellite images and a land use map generation were developed. The SWAT software was used for obtaining a digital thematic map for every sub-basin of Colonia River Watershed, soil loss

  16. USO DE PLATAFORMA SIG NA CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PANCAS – BRASIL

    OpenAIRE

    Ferreira, Renan; Moura, Márcia; Castro, Fábio

    2015-01-01

    Este estudo visa caracterizar a morfometria da bacia hidrográfica do rio Pancas, Espírito Santo, utilizando-se dados de radar Shuttle Radar Topography Mission. A área e o perímetro da bacia estudada foram estimados em 1.172,7 km² e 238,6 km, respectivamente. A análise dos parâmetros de forma, sistema de drenagem e do relevo da bacia indicaram, respectivamente, baixa susceptibilidade a enchentes, baixa capacidade de drenagem, potencial de degradação por erosão do solo e má distribuição das pre...

  17. Prevalência e etiologia da mastite bovina na bacia leiteira de Rondon do Pará, estado do Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno C. Oliveira

    2011-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi pesquisar a prevalência e a etiologia da mastite bovina na bacia leiteira do município de Rondon do Pará, bem como avaliar o perfil de sensibilidade e resistência dos agentes isolados frente aos antimicrobianos. Foram avaliadas 237 vacas mestiças de aptidão leiteira, pertencentes a nove propriedades, as quais utilizavam ordenha manual uma vez ao dia e sistema de criação extensivo em pastagens de Brachiaria brizantha, com fornecimento de sal mineral e água ad libitum. Realizou-se o exame clínico da glândula mamária, o teste da caneca telada e o California Mastitis Test. Dos 935 quartos mamários avaliados, 6,6% apresentaram mastite subclínica, 1,3% mastite clínica e 92,1% foram negativos. As bactérias isoladas na mastite clínica foram Staphylococcus spp. coagulase negativo (25%, Staphylococcus aureus (16,7%, Streptococcus spp. (8,3% e Corynebacterium spp. (8,3%. Na mastite subclínica foram Staphylococcus spp. coagulase negativo (32,3%, Staphylococcus aureus (17,7%, Staphylococcus intermedius (1,6%, Streptococcus spp. (4,8%, Corynebacterium spp. (4,8% e Staphylococcus spp. coagulase negativo/S. aureus (1,6%. Não houve crescimento microbiano em 41,7% das amostras com mastite clínica e 37,1% com mastite subclínica. No antibiograma, 100% dos isolados de Staphylococcus spp. coagulase negativo, S. aureus, S. intermedius, e Streptococcus spp. foram sensíveis ao sulfazotrim. Por outro lado Corynebacterium spp. foi 100% resistente ao mesmo antimicrobiano. A cefalotina, cefoxitina e gentamicina, apresentaram eficácia frente às bactérias isoladas do gênero Staphylococcus spp., as quais neste trabalho representam a grande maioria dos agentes causadores de mastite. A mastite foi diagnosticada em todos os rebanhos pesquisados, contudo o número de animais acometidos foi considerado baixo; isso provavelmente deve-se à baixa produção de leite dos animais e a permanência do bezerro ao pé após a

  18. Contribuição do fomento do órgão florestal de Minas Gerais na lucratividade e na redução de riscos para produtores rurais

    OpenAIRE

    Cordeiro,Sidney Araújo; Silva,Márcio Lopes da; Jacovine,Laércio Antônio Gonçalves; Valverde,Sebastião Renato; Soares,Naisy Silva

    2010-01-01

    O objetivo deste estudo foi realizar a análise financeira e a simulação de risco de investimento em projetos de reflorestamentos com eucalipto visando à produção de carvão e madeira para celulose, com e sem fomento florestal do Instituto Estadual de Florestas (IEF/MG). A análise financeira foi realizada mediante os métodos de avaliação de projetos florestais, e para a análise de risco utilizou-se a técnica de simulação de Monte Carlo, por meio do programa @RISK. Entre os projetos testados, aq...

  19. Cobrança do uso da água e comportamento dos usuários industriais na bacia hidrográfica do Piracicaba, Capivari e Jundiaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacques Demajorovic

    2015-10-01

    Full Text Available Esta pesquisa tem como objetivo avaliar como a cobrança do uso da água nas bacias do PCJ tem influenciado o comportamento dos usuários industriais no sentido de adotar estratégias para a racionalização do consumo de recursos hídricos. A metodologia inclui entrevistas em profundidade com múltiplos stakeholders, incluindo representantes das indústrias, do setor público, do Comitê de Bacia PCJ e organizações não governamentais. As conclusões apontam para um processo de implantação da cobrança pelo uso da água de baixa eficiência, ainda que resulte no estímulo do uso racional da água no setor. O principal fator é o preço reduzido da cobrança que não estimula as mudanças em profundidade na Gestão de Recursos Hídricos, além de gerar recursos financeiros pouco significativos para a preservação da qualidade da água na região.

  20. DIAGNÓSTICO DA EXPANSÃO AGROPECUÁRIA NA BACIA DO RIO UBERABA, VERÍSSIMO – MG, UTILIZANDO-SE DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alisson Mendonça de Almeida

    2013-07-01

    Full Text Available Esta monografia objetiva apresentar o diagnóstico agropecuário na bacia do rio Uberaba dentro do município de Verissimo – MG. O espaço temporal deste diagnóstico ambiental compreendeu o período de 1975 a 2010. Para isto, elaboraram-se os mapas de uso e ocupação do solo através dos softwares ENVI 4.0 e Idrisi The Andes 15.0 onde, pelo comando do Land Change Modeler- LCM fez-se uma previsão para o ano de 2050da degradação ambiental. O LCM mostra projeções estimadas de redução de aproximadamente 70% na área de mata nativa provocada pelo avanço das atividades agropecuárias. O aumento na área de mata nativa comprovada em 2010, se deve ao fato, da recomposição vegetal em áreas de maior declividade, ou seja, são áreas, em que o emprego de máquinas agrícolas se torna inviáveis, pois topograficamente são regiões de relevo montanhoso. Os mapas de ganhos e perdas na agricultura e na pastagem e também o mapa da transição da agricultura para pastagem, revelam que a pecuária foi a atividade econômica que mais se alastrou na bacia do rio Uberaba no município de Veríssimo-MG.

  1. DINÂMICA DA ARENIZAÇÃO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO PUITÃ, OESTE DO RS, ATRAVÉS DO MAPEAMENTO MULTITEMPORAL NO PERÍODO DE 1984 A 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Cargnin de Souza

    2017-03-01

    Full Text Available A região Sudoeste do Rio Grande do Sul apresenta áreas de intensa degradação, com extensas porções da superfície recobertas por areias submetidos aos condicionantes climáticos locais, sendo denominadas de areais ou campos de areias. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi realizar uma análise da evolução da arenização da Bacia Hidrográfica do Arroio Puitã no período 1984 a 2014, através de mapeamento multitemporal. Assim se seguiram algumas etapas: primeiramente se deu a coleta de dados; após, o trabalho de campo; a seguir se deu a etapa de geoprocessamento com a confecção dos mapas de uso e cobertura da terra dos anos de 1984, 1994, 2004 e 2014 de toda a Bacia, a validação das classificações e as análises geográficas. A partir do mapeamento da arenização na bacia foi encontrada uma expansão considerável da área para os períodos correspondentes de 1984-1994 e 1994-2004, e uma redução de área em um terceiro período de 2004-2014, no entanto considerando todo o período estudado foi verificado apenas um aumento de 1,87 km² de área. Assim se observou que o mapeamento da arenização no Oeste do RS, visando o monitoramento da mesma área considerando um grande intervalo temporal foi mais eficaz utilizando-se do mapeamento multitemporal.

  2. A Cobertura Florestal em Paisagens do Médio Vale do Rio Paraíba do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Paulo dos Santos Pereira

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO A contínua substituição da cobertura florestal pelo cultivo agrícola e a urbanização causaram alterações na maior parte do bioma Mata Atlântica no Brasil. O entendimento da interação entre os fatores físicos, antrópicos e da cobertura vegetal em uma paisagem é de fundamental importância para oferecer subsídios ao planejamento territorial de forma sustentável. Este estudo investigou a influência da altitude, declividade e orientação das vertentes na cobertura florestal em três diferentes paisagens no município de Vassouras, RJ. No geral, as áreas analisadas apresentaram a cobertura florestal fragmentada, porém foi observada uma paisagem com maior cobertura florestal do que pastagens. Entre as variáveis analisadas, a altitude e a declividade apresentaram uma relação positiva com a cobertura florestal. As paisagens estavam inseridas em diferentes contextos socioeconômicos que podem também determinar a distribuição da cobertura florestal atual. A região estudada oferece atributos socioambientais específicos de cada paisagem, cuja compreensão deve ser útil ao planejamento ambiental.

  3. Identificação de possíveis intervenções voltadas para a redução de riscos de inundações na bacia hidrográfica do rio Palmital localizada na área do município de Pinhais/PR

    OpenAIRE

    Pinheiro, Andrea Magnuski

    2014-01-01

    A Bacia Hidrográfica do Rio Palmital desempenha um papel importante no disponibilização de recursos hídricos para a sociedade local e regiões vizinhas. Entendendo a importância desse recurso hídrico e toda a dinâmica envolvida, esse estudo tem como objetivo identificar as possíveis intervenções para contenção de inundações na Bacia Hidrográfica do Rio Palmital dentro dos limites do município de Pinhais – PR. Levantando dados para um melhor planejamento ambiental da área, fornecendo informaçõe...

  4. ANÁLISE DA DINÂMICA CLIMÁTICA ASSOCIADA A ZONAS POTENCIAIS DE INUNDAÇÃO ENQUANTO FATORES CONDICIONANTES DAS CHEIAS OCORRIDAS EM JULHO DE 2011 NA BACIA DO RIO GOIANA, ESTADO DE PERNAMBUCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Monteiro Rafael

    2015-10-01

    Full Text Available O trabalho objetiva discutir o evento climático ocorrido em julho de 2011, associado ao perigo de inundação da bacia do rio Goiana, Zona da Mata Norte de Pernambuco e verificar seus reflexos na esfera socioeconômica local. Foi investigada (1 gênese, maturação e dissipação dos sistemas meteorológicos atuantes durante o evento climático através de informações disponibilizadas pelo CPTEC; (2 perigo de inundação com base na topografia, características de magnitude e densidade de drenagem; (3 Os danos econômicos e infraestruturais observados pelos veículos de mídia, CPTEC e população ribeirinha;(4 percepção climática da população ribeirinha através de entrevistas semi-abertas. Observou-se que o evento climático extremo está relacionado à presença de um cavado associado às Ondas de Leste que convergiram com um VCAN, acarretando em substancial acréscimo na precipitação pluvial. O fato isolado não explica o desastre ocorrido. Verificou-se que a área da bacia do rio Goiana onde o município se insere possui um perigo de inundação que varia de alto a muito alto. A população local acredita que atividades antrópicas contribuem para o aumento das inundações. Conclui-se que a associação do acréscimo da precipitação pluvial, a localização geográfica do município em relação ao contexto da bacia e as intervenções antrópicas acarretaram na inundação.

  5. Condicionantes históricos do processo de degradação do ambiente natural na bacia hidrográfica do rio Biguaçu - SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilson Fortes

    2000-05-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do rio Biguaçu foi ocupada por imigrantes alemães, açorianos e um contingente de escravos africanos. Os alemães se estabeleceram na região do Alto Biguaçu e os açorianos nas baixadas dos vales e mais tarde próximo à foz do rio Biguaçu. O modelo de exploração dos recursos e o local de assentamento dessas populações mostraram-se, mais tarde, lesivos ao meio ambiente e às economias locais. A exploração dos recursos madeireiros substituiu a vegetação primária por outra secundária mais pobre em espécies nas encostas das serras. As matas foram extintas nos fundos de vale, áreas estas sujeitas a enchentes periódicas, tendo exigido, dessa forma, que entre 1966 e 1977 fossem realizados projetos de retificações dos principais rios da bacia. Tais projetos não conseguiram, no entanto, controlar totalmente as enchentes e ainda provocaram reações em cadeia no ambiente natural

  6. Mapeamento e análise do uso e ocupação do solo na bacia do rio vieira no município de Montes Claros/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Aparecida Moreira

    2014-10-01

    Full Text Available Com o uso das geotecnologias é possível identificar o potencial que evoluem as mudanças temporais de um espaço físico-territorial. No presente trabalho buscou-se avaliar as mudanças do uso e ocupação do solo na Bacia do Rio Vieira entre um espaço temporal de três anos. Para a verificação das alterações ocorridas do mapeamento realizado por Leite et al. (2011, foi utilizado a mesma base metodológica para o ano de 2012, com classificação supervisionada, pixel a pixel, algoritmo de  máxima verossimilhança (MAXVER e limiar de aceitação de 99,99%, sendo definidas as seguintes classes; área urbana, cultura agrícola, mineração, recursos hídricos, pastagem, silvicultura, vegetação natural e outros. Dentre as mudanças sofridas por essa bacia no intervalo de três anos, pode-se perceber aumento de uso do solo para atividade minerária e de silvicultura, além de contínuo uso para pastagem, uma vez que a região tem a agropecuária como uma atividade economicamente representativa.

  7. Aspectos climáticos da bacia hidrográfica do rio Preto – MG/RJ, Brasil, influência dos fatores geográficos na formação desse clima regional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available Quando em 1979 Edmon Nimer lança seu livro “Climatologia do Brasil”, um aparato para inúmeros trabalhos é lançado, dado que neste um catálogo com os principais tipos climáticos do país é apresentado. Posteriormente, novos autores e metodologias foram sendo adotadas, e o (reconhecimento de climas cada vez mais específicos vai acontecendo. È partindo deste contexto e aproveitando dos SIG’s para aquisição e manuseio dos dados, que a proposta deste estudo foi realizar um levantamento da climatologia da bacia hidrográfica do rio Preto – MG/RJ, através da relação da influência dos fatores geográficos na formação desse clima regional. Foram construídos mapas e produtos cartográficos. E como resultado constatou-se que a bacia se localiza em uma área de transição climática, havendo uma intrínseca relação entre o tempo e o ambiente.

  8. Diversidade e distribuição de espécies arbóreas em duas matas de galeria na micro-bacia do Riacho Fundo, Distrito Federal Diversity and distribution of arboreal species in two gallery forests in the "Riacho Fundo" hydrographic basin, Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Bonesso Sampaio

    2000-08-01

    Full Text Available As Matas de Galeria representam uma formação florestal típica do cerrado, que acompanha cursos d'água de pequeno porte. Variações locais na florística e na fitossociologia dessas matas parecem estar correlacionadas principalmente com a topografia, grau de encharcamento do solo e luminosidade. Haveria maior similaridade florística e estrutural entre trechos de matas diferentes, sob condições abióticas semelhantes, do que entre trechos de uma mesma mata sob condições abióticas distintas? Para responder a esta pergunta foram comparadas as comunidades arbóreas das matas de galeria do córrego Riacho Fundo e Açudinho, Distrito Federal, ambas pertencentes à mesma micro-bacia hidrográfica. Nestas duas matas foram estabelecidas linhas de amostragem perpendiculares ao córrego, totalizando 118 parcelas de 10x20m (2,36ha. Foram amostrados todos os indivíduos com DAP>5cm, exceto lianas. A amostragem no Riacho Fundo incluiu 1.831 indivíduos vivos (l,58ha, 150 spp., H' = 4,15 e no Açudinho 1.228 (0,78ha, 126 spp., H' = 4,25. Os resultados indicaram que as variações florísticas e estruturais encontradas entre estas matas podem ser explicadas principalmente pelas condições abióticas, particulares à cada uma delas. Trechos de cada mata que possuem condições ambientais semelhantes foram mais similares entre si do que trechos contíguos na mesma mata, sob condições diferentes, conforme foi verificado pela classificação por TWINSPAN. As condições de drenagem do solo, as fitofisionomias adjacentes e o histórico de perturbação foram os principais fatores determinantes dos agrupamentos.Local variation in the floristic composition and structure of gallery forests seems to be related to slope, soil humidity and light. Would the floristic similarity between patches of different forests under similar abiotic conditions be higher than the similarity between patches of the same forest under different conditions? "Riacho Fundo" and "A

  9. Modelo para análise de alternativas ponderadas entre custos de recuperação e níveis de indicadores ambientais com aplicação na bacia do Rio Tubarão, SC

    OpenAIRE

    Plá, Gilmar Pezzopane

    2004-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Neste trabalho foi desenvolvido um modelo para elaborar a proposta de ponderação entre os custos de recuperação e os níveis de alguns indicadores ambientais relacionados com os impactos da mineração e do esgoto sanitário sobre os recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio Tubarão. Elaborou-se um modelo matemático multiobjetivo, utilizando-se lógica fuzzy...

  10. INCERTEZAS NA REPRESENTAÇÃO DA SALUBRIDADE AMBIENTAL ATRAVÉS DE INDICADORES OBTIDOS COM BASE EM DIFERENTES FONTES DE INFORMAÇÃO. ESTUDO DE CASO: BACIA DO RIACHO REGINALDO EM MACEIÓ, ALAGOAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Aparecido da Silva Gama

    2016-12-01

    Full Text Available Indicadores têm sido utilizados para representar a qualidade e abrangência na prestação de serviços de saneamento básico. Entretanto, diferentes fontes de informação abordam de forma distinta cada um dos componentes do saneamento. O IBGE, por exemplo, mostra como os usuários acessam (ou usam determinado serviço, enquanto o prestador do serviço traz sua abrangência e disponibilidade. Assim, a disponibilidade de determinado serviço de saneamento (abastecimento de água, por exemplo não garante que todos os usuários fazem uso (ou se beneficiam dele e da mesma forma. Com este trabalho, apresenta-se uma metodologia para composição de um Indicador de Salubridade Ambiental (ISA/Maceió, considerando informações relacionadas à prestação de serviços de saneamento básico provenientes de duas fontes: IBGE (censo 2010 e prestadores municipais de serviços de saneamento. O trabalho resultou em: (i adaptação de metodologias existentes de cálculo do ISA, considerando informações locais disponíveis; (ii a composição e (iii o mapeamento do ISA. A metodologia foi aplicada em estudo de caso na bacia do riacho Reginaldo em Maceió/AL, e os resultados mostraram que a fonte de informação utilizada pode gerar distorções importantes de interpretação do ISA. De maneira geral, a bacia estudada apresenta grande variação nas condições de salubridade ambiental, com setores censitários variando de condição de salubridade muito baixa a alta, considerando a realidade local.

  11. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LITOLÓGICA E ESTRUTURAL A PARTIR DE MÉTODOS MORFOMÉTRICOS EM SEGMENTOS DE DRENAGEM NA PORÇÃO CIMEIRA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JEQUITINHONHA, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Antonio Lopes

    2016-06-01

    Full Text Available O estudo do padrão de drenagem da porção cimeira da bacia hidrográfica do Jequitinhonha foi realizado neste trabalho tendo como objetivos: a Correlacionar as direções dos canais fluviais e respectivas ordens hierárquicas às estruturas geológicas regionais; b Verificar o grau de influência dos aspectos litológicos e estruturais no padrão de drenagem da bacia e; c Identificar estruturas que atuam como níveis de base locais em perfis longitudinais. Foram empregadas análises quantitativas de tratamento de direção dos canais fluviais e ordens hierárquicas, cálculo do índice de RDE em segmentos pré-selecionados e análise de perfis longitudinais. Constatou-se significativa influência litológica e estrutural no padrão/direção dos canais fluviais identificadas como nick points nos perfis longitudinais. Há segmentos de drenagem com anomalias de primeira e segunda ordem quanto ao índice RDE, o que reforça a influência das estruturas pré-cambrianas, reativadas no Cenozoico, no sistema hidrográfico da região. Acredita-se na potencialidade deste estudo como auxilio na caracterização, quantificação e fundamentação teórica de análises referentes ao processo evolutivo da paisagem e ao comportamento da rede de drenagem local.

  12. Avaliação das condições de segurança do trabalho na colheita e transporte florestal em propriedades rurais fomentadas no Estado do Espírito Santo Evaluation of work safety conditions of timber harvesting and transport in fomented farms of the state of Espírito Santo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Lorensi do Canto

    2007-01-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido com informações obtidas de 70 proprietários rurais fomentados, responsáveis por 90 contratos de fomento florestal, com o objetivo de caracterizar as condições de segurança do trabalho na colheita e transporte florestal, em propriedades rurais fomentadas no Estado do Espírito Santo. A área fomentada por contrato variava entre 1,5 e 100,0 ha, sendo de até 30 ha em 86,7% dos contratos e com relevo montanhoso em 61,2%. A colheita e transporte florestais foram terceirizados em 70 e 80% dos contratos amostrados, respectivamente, e realizados por conta dos proprietários nos demais. A maioria dos prestadores de serviço terceirizados era contratada informalmente. Foi empregada a mão-de-obra contratada na maioria dos contratos com colheita própria, sendo a maior parte não qualificada e contratada informalmente. Grande parte dos trabalhadores deslocava-se por conta própria até o local de colheita. Ocorreram acidentes de trabalho em 16,3% dos contratos, sendo 60% na colheita e transporte florestal próprios. A maioria dos acidentes aconteceu na atividade de corte e atingiu, principalmente, os membros inferiores e superiores do trabalhador acidentado. Os trabalhadores não utilizavam equipamentos de proteção individual em 62,1% dos contratos com colheita própria e em 23,0% dos terceirizados. Observou-se carência de material de primeiros socorros, bem como falta de instrução para o socorro de trabalhadores acidentados na colheita florestal.This research was developed with data obtained from 70 fomented farm owners in the State of Espírito Santo, Brazil, who were responsible for 90 forest contracts distributed in 22 cities of the State. The area fomented per contract ranged from 1.5 to 100 hectares, being 84.8% of contracts up to 30 ha and 59.8% with mountainous relief. Timber harvesting and log transport were outsourced and carried out by a subcontractor in 70% and 80% of the contracts respectively

  13. Impacto das vazões demandadas pela irrigação e pelos abastecimentos animal e humano, na bacia do Paracatu Impact of water demands for irrigation, animal and human supply in the Paracatu Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando F. Pruski

    2007-04-01

    Full Text Available O rio Paracatu é o afluente com maior contribuição para o rio São Francisco. Como conseqüência da grande expansão da agricultura irrigada na bacia do Paracatu, a partir da década de 70 sérios conflitos pelo uso da água surgiram em várias partes da bacia. Tendo em vista esses conflitos objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar, ao longo da bacia do Paracatu, a proporção do consumo representado pela irrigação e pelos abastecimentos animal e humano e o impacto das vazões demandadas pela irrigação. A vazão média anual de longa duração, a vazão mínima de sete dias de duração e o período de retorno de 10 anos (Q7,10 e a vazão associada à permanência de 95% (Q95 foram estimados utilizando-se o período de 1970 a 1996 em 18 seções correspondentes a estações fluviométricas situadas na bacia do Paracatu. As vazões demandadas pelos segmentos analisados foram calculadas para o ano de 1996. Embora a vazão de retirada pela irrigação no mês de maior demanda, para as 18 seções analisadas, tenha representado de 4,3 a 85,1% da Q7,10 observada, a vazão consumida apresentou pouca influência na vazão média de longa duração.The Paracatu River is the main tributary of the São Francisco River. As a consequence of the huge development of the irrigation in the Paracatu Basin, in the early 70-s, serious conflicts for the water use began to take place in several parts of the basin. The objectives of this paper were: to estimate the relative amount of the water consumption by irrigation and by animal and human supply in the Paracatu Basin; and to evaluate the impact of the water withdrawals for irrigation in the stream flow in the Paracatu River and tributaries. The average stream flow, the minimum stream flow of seven days and 10 years of return period (Q7,10 and the stream flow associated with the duration of 95% of permanence (Q95 were calculated from 1970 to 1996 for 18 stations used to measure the stream flow in the

  14. Estimativa da perda de solo por erosão hídrica na bacia hidrográfica do rio Jauru/MT / Estimation of soil loss for rainfall erosion in the catchment area of Jauru, Mato Grosso State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Mara Alves da Silva Neves

    2011-12-01

    Full Text Available A crescente ocupação do sudoeste de Mato Grosso tem provocado o desmatamento de grande parte da vegetação natural para a exploração agropecuária, sem o adequado uso e manejo do solo, originando áreas de alta fragilidade ambiental e suscetibilidade à erosão hídrica. Para estimar a perda de solo na Bacia Hidrográfica do rio Jauru foi utilizada da Equação Universal de Perdas de Solo operacionalizada por meio de Geotecnologias. No período de 1994 a 2003, a perda média de solo foi de 3,26 t ha-1 ano-1, correspondendo a uma perda nula ou moderada e a erosividade média foi de 683,93 Mj mm ha-1 h-1 ano-1. 81,75% da superfície da Bacia Hidrográfica do rio Jauru é recoberta por solos de elevada erodibilidade (Neossolos Quartzarênicos, Neossolos Litólicos, Argissolos Vermelhos e Argissolos Vermelho-Amarelo. O fator topográfico (LS médio da bacia foi de 2,05. A análise da ocorrência das principais classes de cobertura e uso do solo evidenciou que 28,32% do solo da bacia foram utilizados para uso agropecuário, com predomínio de pastagens. As estimativas geradas pela Equação Universal de Perdas de Solo devem ser consideradas como comparativas da distribuição da erosão hídrica em uma bacia e visam auxiliar na tomada de decisão sobre o uso e manejo do solo mais adequado.

  15. Tectônica transcorrente mesozoica-cenozoica na Borda Leste da Bacia do Paraná, Estado de Santa Catarina

    OpenAIRE

    Patricia Duringer Jacques

    2013-01-01

    O presente estudo teve como objetivo principal avaliar as estruturas rúpteis da borda leste da Bacia do Paraná em Santa Catarina, a partir do estudo dos lineamentos estruturais que afetaram as rochas do embasamento, da sucessão ondwânica, das vulcânicas da Formação Serra Geral e das alcalinas associadas ao Domo de Lages e ao Complexo Carbonatítico de Anitápolis. Para atingir estes objetivos, foram efetuados levantamentos de campo de análise estrutural dos lineamentos, integração do arca...

  16. Análise Bioestratigráfica com Base em Foraminíferos de Três Testemunhos da Região do Leque Almirante Câmara na Bacia de Campos, RJ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Bentes

    2007-07-01

    Full Text Available A Bacia de Campos é a principal áreaprodutora de hidrocarbonetos do país. A descobertade campos gigantes nessa bacia levou à intensificaçãodos estudos dos depósitos em águas profundas ehiperprofundas, tanto da dinâmica de sua gênese eevolução, quanto da tecnologia de produção. Assim,o estudo da bioestratigrafia do Quaternário dessabacia adquire importância, pois fornece uma molduraestratigráfica para a reconstituição da sedimentaçãonessa área. O objetivo do presente trabalho consisteno reconhecimento de biozonas com base emforaminíferos e na correlação estratigráfica de poçosperfurados no talude continental. O material estudadoé proveniente de três testemunhos coletados em2001, no Sistema Almirante Câmara (lâmina d’águaentre 1050 e 2400 m, pelo projeto “ImageamentoGeofísico do Sistema Turbidítico Moderno em ÁguasProfundas da Bacia de Campos”, desenvolvidopelo Depto. de Geologia/UFRJ em parceria com aPETROBRAS. Foram analisadas 77 amostras, comespaçamento de 3cm a 30cm, de acordo com critérioslitológicos e com a necessidade de um detalhamentomaior dos intervalos estudados. Em laboratório, asamostras foram pesadas (10 g e processadas segundometodologia tradicional para estudo de microfósseiscalcários. Em seguida, cada amostra foi peneiradaa seco para triagem, identificação e contagem. Aidentificação e classificação taxônomica seguiuBolli & Saunders (1985. In: Bolli et al. PlanktonStratigraphy e Kennet & Srinivasan (1983. NeogenePlanktonic Foraminifera: a Phylogenetic Atlas. Obiozoneamento utlizado como referência foi o deEricson & Wollin (1968. Sciences, v.162, refinadopor Vicalvi (1997, Bol.Geoci.Petrobras, v.11, n.1/2;1999. PPGG/UFRJ,Tese D.Sc.. Foram reconhecidasas biozonas Z (Holoceno, Y e X (Pleistoceno Finale identificado um possível hiato, englobando ointervalo Y5 – Y2; as taxas de sedimentação foramcalculadas para os intervalos Z, parte superior de Y1e Y1 total.

  17. Concentração de metais em sedimentos na bacia hidrográfica do município de Umuarama (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Estela Casale Dalla Villa

    2011-08-01

    Full Text Available Os sedimentos desempenham um papel fundamental em ecossistemas aquáticos, já que são capazes de acumular e remobilizar contaminantes. Sendo assim, o presente trabalho teve por objetivo avaliar os teores de metais em 4 pontos da bacia hidrográfica do córrego Pinhalzinho II no município de Umuarama no noroeste do Paraná, bem como, comparar os valores obtidos com os valores de pH, já que pequena alteração no pH pode aumentar a mobilidade e a toxicidade do metal. As coletas foram sazonais no decorrer de um ano. Foram detectadas nas amostras os elementos Cu, Zn , Mn e Fe, os quais estão abaixo dos limites do Canadian Environmental Quality Guidelines (EQGs. Os resultados desse trabalho parecem ter correlação direta com a constituição da área em estudo e apontam para necessidade de um monitoramento da concentração de espécies metálicas nessa bacia, já que muitos desses elementos estão sob ambiente de pH ácido, podendo aumentar sua toxicidade e ser remobilizados para coluna d’água.

  18. PLANEJAMENTO DO MEIO FÍSICO A PARTIR DA ABORDAGEM DA TECNICA DE CAPACIDADE DE USO DA TERRA NA SUB-BACIA DO RIO DAS PEDRAS, ITATINGA-SP.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo José Pisani

    2013-10-01

    Full Text Available O estudo visou o mapeamento das classes de capacidade de uso do solo para a sub-bacia do Rio das Pedras, Itatinga-SP a fim de se estabelecer mais um mecanismo de planejamento do meio físico para a área estudada. Foram utilizadas cartas topográficas na escala 1:10000 para a obtenção do mapa de declividade, o qual foi posteriormente cruzado com o mapa de solos da área por meio do ArcGIS 10 a partir dos critérios estabelecidos pelo quadro de julgamento elaborado por Zimback e Rodrigues (1993 para a geração do mapa de capacidade de uso da área estudada. Como resultados foram identificadas as seguintes denominações: Classe III com limitações quanto à baixa fertilidade aparente e restrições quanto ao risco de erosão nas classes de declive mais acentuadas e classe VI com as mesmas especificações acima porém com o agravante de textura arenosa em todo perfil, implicando maiores riscos de erosão sobretudo em áreas de declive mais acentuado e contaminação de poluentes por apresentar alta permeabilidade. Conclusões: Com a elaboração do mapa de capacidade de uso do solo da área, é possível tomar diferentes decisões para cada região da sub-bacia respeitando suas características individuais.

  19. Avaliação rápida da integridade ecológica em riachos urbanos na bacia do rio Corumbá no Centro-Oeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Gomes Cordeiro

    2016-06-01

    Full Text Available A urbanização tem ocasionado o lançamento de volumes significativos de efluentes domésticos parcialmente tratados nos corpos hídricos brasileiros causando diversos prejuízos ecológicos para estes ecossistemas. Para avaliar a integridade ecológica de riachos na região de Cerrado do Brasil Central foram selecionados quatro pontos de coleta, considerando o nível de influência antrópica ao qual estão submetidos. Foram analisados parâmetros físicos e químicos da água, o uso da paisagem e a comunidade de macroinvetebrados bentônicos. As coletas foram realizadas em julho de 2015 e foram mensuradas "in situ" as variáveis condutividade elétrica, temperatura da água, pH, oxigênio dissolvido, turbidez, largura e comprimento do riacho e velocidade da correnteza. Em seguida, foram coletadas amostras para o seston, perifíton, macroinvertebrados bentônicos e sedimento depositado. O ponto "Referência" apresentou menor abundância de larvas de Chironomus (Chironomidae: Diptera e maior riqueza taxonômica, além de maior abundância dos grupos taxonômicos Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera, mostrando ser o sistema mais íntegro dentre os analisados. A sub-bacia delimitada a partir desse ponto mostrou uma maior porcentagem de áreas com vegetação nativa (51%. Os pontos com presença de efluentes domésticos ("ETE" e "Jusante" por sua vez, apresentaram valores mais elevados de condutividade elétrica, turbidez, maior abundância de larvas de Chironomus e menor riqueza de táxons, mostrando elevado impacto em função das atividades antrópicas. A avaliação rápida realizada com a composição da comunidade bentônica e as variáveis físicas e químicas da água foi suficiente na identificação das alterações na integridade ecológica causadas pela influência antrópica na bacia hidrográfica do rio Corumbá.

  20. AVALIAÇÃO DA CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA E A SUA RELAÇÃO COM ESCOAMENTO SUPERFICIAL EM ÁREAS DE COLINAS SITUADAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO JOÃO, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neiva Barbalho Morais

    2013-08-01

    Full Text Available O processo hidroerosivo é um fenômeno natural que vem sendo intensificado por atividades humanas, podendo resultar em degradação do solo e dos corpos hídricos. Por isso, este estudo visa a mensurar as perdas de água e solo em duas parcelas de erosão, do tipo Wischmeier, em encostas cobertas por pastagem na Bacia hidrográfica do Rio São João. Além disso, realizaram-se ensaios de condutividade hidráulica saturada com Permeâmetro de Guelph. O monitoramento realizou-se no período hidrológico de outubro de 2009 a março de 2010. Durante o período estudado, as maiores perdas de água e solo atribuem-se à parcela A, que apresenta menos sinais de degradação, resultados estes que corroboraram com os encontrados na condutividade hidráulica. Parte do resultado encontrado pode ser explicado pelo micro-terraceamento, derivado do pisoteio do gado, encontrado na parcela B, que pode estar resultando no estocamento das águas pluviais em superfície, reduzindo as taxas de escoamento destas.

  1. Um estudo de downscaling dinâmico de precipitação intrasazonal acoplado a modelo chuva-vazão na bacia hidrográfica alto-médio São Francisco A study of intraseasonal precipitation dynamic downscaling coupled to rain-streamflow model at the alto-médio São Francisco hydrographic basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Pedro Rebés Lima

    2009-09-01

    Full Text Available Este estudo mostra a aplicação de modelagem hidroclimática dinâmica (hydroclimate downscaling de precipitação acoplada a um modelo hidrológico chuva-vazão, para as Bacias hidrográficas denominadas Cachoeira Manteiga e Porto da Extrema, localizadas na Bacia do Alto-Médio São Francisco no Estado de Minas Gerais. Ênfase foi dada à simulação na escala intrasazonal (mensal. Os resultados sugerem que a simulação de precipitação pode ser usada como variável de entrada em modelos de estimativa de vazão para períodos na escala de um mês, dando subsídio a um melhor aproveitamento dos recursos hídricos na bacia hidrográfica estudada. Estes ainda sugerem que a simulação de precipitação, quando corrigida pela técnica Probability Density Function (PDFs, é mais eficiente na estimativa de precipitação simulada quando comparada com a precipitação observada na bacia, resultando em uma melhor simulação de vazão afluente na bacia.This study shows the use of rainfall dynamic hydroclimate downscaling coupled to the rain-streamflow hydrological model for the hydrographic basins named Cachoeira Manteiga and Porto da Extrema, localized at Alto-Médio São Francisco Basin in Minas Gerais State. The emphasis was to simulate the intraseasonal scale (monthly. The results suggest that the rainfall simulation can be used as input data to streamflow estimation models for periods of monthly scale, allowing a more rational usage of the surface water resources in the hydrographic basin studied. It is also suggested that the rainfall data simulation, corrected by the Probability Density Function (PDF technique, is more efficient to estimate rainfall comparing to observed rainfall in the basin thus resulting in a better simulation of the basin flow outlet.

  2. OS SOLOS E GEOAMBIENTES DAS CAMPINARANAS AMAZÔNICAS: RELAÇÃO GENÉTICA ENTRE OS GEOAMBIENTES E A EVOLUÇÃO DA PAISAGEM EM UM TRANSECTO NA BACIA DO ALTO RIO NEGRO, AMAZÔNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Sena Oliveira Mendes

    2017-08-01

    Full Text Available As Campinaranas Amazônicas da bacia do alto Rio Negro constituem ecossistemas singulares, que têm como substrato material arenoso, principalmente solos do tipo Espodossolos. Ocorrem em diferentes posições topográficas, como em zonas deprimidas sobre interflúvios tabulares, bases de vertentes, terraços fluviais e paleocanais e envolvidos pela floresta tropical amazônica, da qual diferem principalmente pelo porte dos indivíduos. Há variações fisionômicas importantes diretamente ligadas às condições edáficas (textura, teor de nutrientes e matéria orgânica, topográficas e à influência do nível freático. Embora ocupem áreas significativas da bacia do Rio Negro e constituam ambientes de grande fragilidade, ainda são poucos os estudos sobre a ecologia das Campinaranas na região. O Objetivo deste trabalho é caracterizar uma área de campinaranas além compreender relações genéticas entre o solo e a vegetação na escala da paisagem. Em campo foi feito um transecto abrangendo quatro geoambientes distintos. Em cada um deles o foram feitas análises do solo de complexo sortivo, teor de matéria orgânica, nitrogênio e textura. Constatou-se que os padrões florísticos, estruturais e de diversidade das Campinaranas estão fortemente relacionados à profundidade do lençol freático, à variação de textura e do teor de macro e micronutrientes. Dois geoambientes foram interpretados como mais antigos e dois como mais jovens a diversidade da vegetação e dos solos ao longo do transecto está intimamente ligada ao desenvolvimento e evolução da podzolização e ao processo de instalação e incisão da rede de drenagem na área. Conclui-se que a vegetação e sua variação no espaço se mostraram importante indicador da transformação.

  3. Periculosidade ambiental de pesticidas receitados entre as bacias platina e amazônica na virada para o século XXI - doi: 10.5020/18061230.2012.p20

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arno Rieder

    2012-03-01

    Full Text Available Revelar a periculosidade ambiental de pesticidas receitados em uma região divisora das Bacias Amazônica e Platina, na virada para o século XXI. Métodos: O estudo utilizou dados de receitas agronômicas expedidas no biênio 1999-2000, em 24 municípios situados em região divisora das Bacias Amazônica e Platina, Mato Grosso, Brasil. Resultados: Os pesticidas mais utilizados na região de estudo são os das classes II (muito perigoso e III (perigoso em número de receitas (N=2.828; 86,8% e quantidade receitada (N=344.765; 90,4%. Na classe III, observou-se uma acentuada inversão nos valores de número de receitas (N=1.274; 39,1% e de quantidade receitada (N=237.319; 62,2%, indicando que houve um menor número de receitas, mas com maior quantidade receitada. As proporções de receitas de produtos nas várias classes de potencial de periculosidade ambiental (Classificação PPA, utilizada no Brasil foram diferentes entre anos (c2=20,814; GL=3; p < 0,01. Os 10 produtos (11 princípios ativos mais receitados foram: glifosato, 2,4-D, sulfluramida, clorimurom etílico, fipronil, diurom, paraquate, metamidofós, carbofurano, clorpirifós e lambda-cialotrina, dentre os quais, sete pertencem às classes de PPA I e II. Conclusões: As proporções de receitas e as quantidades receitadas de pesticidas nas diferentes classes de PPA variam entre os anos agrícolas. Os produtos mais receitados nesta região divisora são os muito perigosos, com variados mecanismos de ação e riscos potenciais aos organismos vivos. Isto sugere a necessidade de definição de políticas específicas e ações cuidadosas para evitar desastres ambientais nesta região.

  4. O efeito da fragmentação florestal na composição e riqueza de árvores na região da Reserva Morro Grande (Planalto de Ibiúna, SP. The effect of the forest fragmentation in the composition and richness of trees in the region of the Morro Grande Reserve (Ibiúna plateau, SP.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Carlos BERNACCI

    2006-12-01

    Full Text Available Diversas modificações estruturais efuncionais têm sido indicadas como decorrência doprocesso de fragmentação das comunidades vegetais.Para avaliar alguns desses efeitos, foramcomparadas a composição e a riqueza arbóreaem diferentes áreas em duas paisagens do Planaltode Ibiúna (Cotia e Ibiúna, SP. As duas paisagenslocalizam-se sob condições abióticas similares,mas uma é predominantemente florestal (ReservaMorro Grande - 9.400 ha, onde foram estudadas6 áreas e outra agrícola (onde foram estudados21 fragmentos com ampla gama de tamanhos – 0,9 a275 ha. Utilizou-se o método de quadrantes paraindivíduos com Diâmetro à Altura do Peito 5 cm,sendo que o esforço amostral incluiu 2.400 indivíduosna Reserva e 5.000 indivíduos na paisagemfragmentada. Foram amostradas 362 espécies,pertencentes a 171 gêneros e 71 famílias, sendo asmais ricas Myrtaceae, Lauraceae, Fabaceae,Rubiaceae e Euphorbiaceae. Considerando-se oconjunto dos fragmentos foram observadasdiferenças na composição de espécies e menorriqueza. Nos fragmentos ocorreram mais indivíduose espécies anemocóricas e barocóricas e pioneirase secundárias iniciais. Inversamente, ocorrerammais indivíduos e espécies secundárias tardias eumbrófilas e zoocóricas na Reserva Morro Grande,destacando a importância desta área para amanutenção da biodiversidade regional. Apesardesses claros efeitos da fragmentação, algumasespécies ameaçadas de extinção, pouco conhecidasou mesmo inéditas para São Paulo, foramamostradas exclusivamente nos fragmentosflorestais, evidenciando a necessidade de incluirestes fragmentos remanescentes, da região sul doPlanalto Paulistano, em mecanismos de preservaçãoe promover a restauração florestal, para garantir amanutenção da biodiversidade regional.Several structural and functionalmodifications have been indicated as result ofthe process of fragmentation of the forestcommunities. To evaluate some of these effects,we compared

  5. Variáveis auxiliares para o mapeamento da rede de drenagem: correlação espacial entre nascentes, unidades de relevo e litotipos na bacia hidrográfica do rio Benevente-ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tony Vinicius Moreira Sampaio

    2014-12-01

    Full Text Available Processos de mapeamento da rede de drenagem têm limitações metodológicas que resultam em imprecisões e restringem seu uso em estudos ambientais. Tais problemas demandam extensos levantamentos de campo e a busca de variáveis auxiliares que otimizem esses trabalhos, permitindo a análise da acurácia dos ma- pas produzidos. Esta pesquisa mediu a correlação entre nascentes, litotipos e uni- dades de revelo, caracterizadas pelo índice de concentração da rugosidade (ICR na bacia hidrográfica do rio Benevente-ES, concentrando-se nas operações de álgebra de mapa e na aplicação de técnicas de estatística espacial. Os proce- dimentos adotados identificaram as classes de ICR e litotipos que apresentam maior e menor correlação com a distribuição espacial das nascentes, indicando seu potencial de uso como variáveis auxiliares para a verificação da acurácia das bases cartográficas.

  6. Metodologia de avaliação qualitativa das ações dos Comitês de Bacias com ênfase na gestão integrada: o Comitê do Alto Tietê em São Paulo

    OpenAIRE

    Alvim,Angélica A. Tanus Benatti; Ronca,José Luiz Caruso

    2007-01-01

    Este artigo apresenta uma metodologia de avaliação qualitativa das ações do comitê de bacia hidrográfica com ênfase na teoria de gestão integrada. Apresenta-se a teoria de gestão integrada de bacia hidrográfica e sua relação com a Política Estadual de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo. A metodologia é construída a partir de um conjunto de indicadores qualitativos implícitos ao conceito "articulação" que mensuram de forma particularizada cada aspecto desse fenômeno. Aplica-se a metodolo...

  7. Seleção de espécies da floresta ombrófila densa e indicação da densidade de plantio na restauração florestal de áreas degradadas na Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Paiva Salomão

    2013-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/198050988448A identificação de espécies-chave que influenciam a ocorrência das demais espécies associadas é de fundamental importância para o sucesso da restauração florestal em áreas degradadas. Objetivou-se neste trabalho apresentar um índice fitossociológico e socioeconômico (IFSE, obtido por técnicas de análise fatorial, cujo modelo envolveu seis variáveis quantitativas (abundância, frequência, dominância, biomassa, valor comercial da madeira e quantidade de produtos florestais não madeireiros e igual número de variáveis qualitativas, cuja variável dummy assumiu valor igual a 1 para aquelas espécies cujos maiores valores acumulados equivaleram a 50 % do total para cada uma das variáveis quantitativas analisadas. A amostra para o inventário florestal em 407 ha de floresta ombrófila densa foi composta por 80 parcelas de 0,25 ha (4,91 % de intensidade amostral onde todos os indivíduos com diâmetro a 1,30 m do solo (DAP ≥ 10 cm foram identificados e mensurados. Foram registrados 10.105 indivíduos, distribuídos em 493 espécies, abrangendo 58 famílias. As espécies foram ranqueadas através do índice proposto em três categorias de prioridade fitossociológica e socioeconômica (alta, média e baixa. A adequação da análise fatorial foi determinada pelos testes Bartlett e KMO. O teste de Bartlett avaliou a significância geral da matriz de correlação indicando que as correlações, em geral, são significantes ao nível de 1 % de probabilidade. O teste KMO, indicou que as variáveis estão correlacionadas e o modelo fatorial apresentou um nível muito bom de adequação aos dados. Estes resultados respaldaram o emprego da análise fatorial para a extração de fatores e a estimação dos escores fatoriais. Os resultados foram estatisticamente validados para a construção do IFSE e, 25 espécies foram selecionadas como prioritárias (espécies-chave. Recomendou-se a densidade de

  8. CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DA BACIA DO RIO TURVO-RJ: MÉDIO VALE DO RIO PARAÍBA DO SUL (MVPRS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Albuquerque Xavier

    2014-04-01

    Full Text Available O mapeamento geomorfológico da bacia do rio Turvo confirmou as evidências apontadas em estudos anteriores, de que a bacia apresentava feições diferentes das observadas em bacias vizinhas. Foram observadas 222 depressões fechadas em divisores de drenagem, indicando forte atuação de mecanismos geoquímicos. Por outro lado, o reduzido número de voçorocas (33 e a presença de pacotes sedimentares poucos espessos (média de 7 metros, apontam a baixa efetividade dos processos mecânicos na bacia, sobretudo ao compararmos com a sub-bacia do rio Piracema, tributária do rio Bananal, com 117 voçorocas, terraços de até 23 metros de espessura e apenas 1 depressão fechada. Internamente, a bacia do rio Turvo apresentou variações, onde, de modo geral, a sub-bacia do rio das Pedras concentrou 21 das 33 voçorocas ativas, os mais espessos pacotes fluviais e apenas 16 depressões fechadas. Assim, conclui-se que a bacia do rio Turvo é fortemente influenciada pelos processos de denudação química, e a sub-bacia do rio das Pedras apresenta as maiores características da atuação do trabalho mecânico de toda a bacia.

  9. Avaliação do desenvolvimento dos componentes arbóreos e herbáceos na recuperação de áreas degradadas na bacia do Ribeirão do Gama, Distrito Federal

    OpenAIRE

    Giotto, Ani Cátia

    2011-01-01

    As Matas de Galeria sao Areas de Preservacao Permanente, no entanto, estao sendo continuamente destruidas. O objetivo geral do presente estudo foi avaliar o desenvolvimento e a sobrevivencia de especies arboreas nativas do bioma Cerrado plantadas ha aproximadamente quatro anos em areas com diferentes tipos de degradacao da bacia do Ribeirao do Gama localizadas no Nucleo Horticola Suburbano Vargem Bonita e no Setor de Mansoes Park Way em Brasilia/DF., assim como, estudar a capacidade germinati...

  10. Demanda de irrigação da cultura da uva na Bacia do Rio São Francisco Irrigation demand for grape crop in San Francisco River Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wallisson da S. Freitas

    2006-09-01

    Full Text Available Visando subsidiar o planejamento de projetos agrícolas para o dimensionamento de projetos de irrigação e a gestão de recursos hídricos, estimou-se e se espacializou a demanda de irrigação da videira (Vitis vinifera L., cv. Itália, na bacia do Rio São Francisco. Utilizaram-se séries históricas de dados de 81 estações climáticas distribuídas na bacia. Para cada estação calculou-se os valores, máximos diários e o total anual, da evapotranspiração de referência (ETo, da evapotranspiração da cultura (ETc, da demanda suplementar da cultura e da demanda suplementar de irrigação (este com eficiência de 70%. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que: (a a ETc máxima diária variou, em grande parte da bacia, de 4,5 a 5,7 mm d-1, tendo média anual de 943 mm; (b em média, a demanda anual suplementar da cultura foi 839,5 mm, equivalente a 103,5 mm inferior à ETc; (c o fato do sistema funcionar com 70% de eficiência, em vez de 90%, implica em acréscimo estimado de 18.808.755 m³ de água por ano, somente nas microrregiões de Juazeiro, BA e Petrolina, PE.The irrigation water demand of the grapevine (Vitis vinifera L. cv. Italy was estimated and spatialized in San Francisco River Basin, in order to subsidize the agricultural project planning and water resource management. Historical data series relative to 81 climatic stations distributed throughout the basin were used. The maximum daily values and the annual total values of the reference evapotranspiration (ETo, crop evapotranspiration (ETc, supplementary demand of the crop and the supplementary irrigation demand (70% efficiency were calculated for each station. According to the results, the following conclusions were drawn: (a in a large area of the basin, the maximum daily ETc varied from 4.5 to 5.7 mm d-1, with an annual mean of 943 mm; (b the supplementary annual demand of the crop averaged 839.5 mm, corresponding to 103.5 mm less than ETc; and (c the irrigation

  11. Determinantes dos novos contratos de fomento florestal na mesorregião do Vale do Rio Doce, Minas Gerais Determining factors for new private woodlot contracts in the Vale do Rio Doce meso regionin Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Uemerson Rodrigues de Souza

    2009-04-01

    Full Text Available O setor florestal tem exercido importante papel no desenvolvimento socioeconômico das regiões produtoras de madeira. Os benefícios são atribuídos à geração de renda (alternativa para pequenos e médios produtores rurais, impostos, divisas e incremento no PIB. As novas exigências do mercado, em termos de competitividade, levaram as empresas a criarem os programas de fomento florestal como forma de expandir a oferta de madeira e garantir sua base produtiva. Nesse contexto, surge a necessidade de se identificarem os fatores que determinam a realização de novos contratos de fomento florestal. A amostra estudada foi composta pelos produtores rurais da mesorregião do Vale do Rio Doce, Minas Gerais, que realizaram pelo menos um contrato de fomento entre os anos de 1995 e 2006. Os dados foram coletados por meio de questionários semiestruturados no ano de 2006. Para identificar os fatores, utilizou-se a Análise Estatística Multivariada, especificamente a técnica de análise de discriminante. Os resultados apontaram que o sistema de medição da madeira (SISMED, a área contratada (ACONTRAT e o tamanho da propriedade (TAMPROP foram, nessa ordem, os principais determinantes para a realização de novos contratos. Desse modo, sugere-se que as empresas florestais desenvolvam programas de acompanhamento técnico e formação dos produtores fomentados, no intuito de reduzir as desconfianças no SISMED e aumentar o volume de áreas plantadas por meio do fomento.The forestry sector has played an important role in the socio-economic development of wood-producing regions. Benefits include private income (an alternative for small and medium-sized rural producers, government tax income, balance of payment advantages, and increasing GNP. New market demands in terms of competitiveness have led cellulose companies to create private woodlot programs as a way to expand timber supplies and guarantee a productive basis. Within this context, arises the need

  12. CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DA BACIA DO RIO TURVO-RJ: MÉDIO VALE DO RIO PARAÍBA DO SUL (MVPRS)

    OpenAIRE

    Rafael Albuquerque Xavier; Ana Luiza Coelho Neto

    2014-01-01

    O mapeamento geomorfológico da bacia do rio Turvo confirmou as evidências apontadas em estudos anteriores, de que a bacia apresentava feições diferentes das observadas em bacias vizinhas. Foram observadas 222 depressões fechadas em divisores de drenagem, indicando forte atuação de mecanismos geoquímicos. Por outro lado, o reduzido número de voçorocas (33) e a presença de pacotes sedimentares poucos espessos (média de 7 metros), apontam a baixa efetividade dos processos mecânicos na bacia, sob...

  13. Contribuição do fomento do órgão florestal de Minas Gerais na lucratividade e na redução de riscos para produtores rurais Contribution of the public promotion of a forest of Minas Gerais in returns and risk reduction for rural producers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Araújo Cordeiro

    2010-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi realizar a análise financeira e a simulação de risco de investimento em projetos de reflorestamentos com eucalipto visando à produção de carvão e madeira para celulose, com e sem fomento florestal do Instituto Estadual de Florestas (IEF/MG. A análise financeira foi realizada mediante os métodos de avaliação de projetos florestais, e para a análise de risco utilizou-se a técnica de simulação de Monte Carlo, por meio do programa @RISK. Entre os projetos testados, aquele visando à produção de carvão com fomento do IEF obteve melhor desempenho financeiro. Verificou-se que os custos de colheita, transporte e carvoejamento são, juntos, responsáveis pela maior parcela do custo total dos projetos.A simulação da análise de risco indicou que as variáveis que afetaram o Valor Presente Líquido (VPL, nos projetos cuja produção final era o carvão, na sua ordem de importância (R, foram: preço dos produtos, produtividade da floresta, taxa de juros, custo de colheita e custo de implantação. Já para a produção de madeira a ordem de importância foi alterada quando se analisou o custo de colheita e de implantação, sendo este último mais influente, de forma negativa, sobre o VPL do Projeto sem fomento florestal.The objective of this study was to carry out the financial analysis and the risk of investment simulation in projects for reforestation with eucalyptus aiming to produce charcoal and wood, with or without IEF/MG forest fomentation. A financial analysis was performed through the forestry project evaluation methods, and the risk analysis was carried out through the Monte Carlo simulation technique by @RISK software. Among the projects tested, those that aimed for the production of charcoal with IEF/MG forest fomentation got the best financial results. It was verified that the costs of forest crop, transport, and charcoal-burning together are responsible for the largest portion of the total cost

  14. Avaliação de características morfométricas na relação solo-superfície da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico, Jaboticabal (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pissarra T. C. T.

    2004-01-01

    Full Text Available Com a análise das características morfométricas procura-se entender a relação solo-superfície, em decorrência dos processos erosivos sobre estruturas e litologias variadas. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as características morfométricas do padrão de drenagem e do relevo em microbacias hidrográficas de 2ª ordem de magnitude, em Latossolo Vermelho-Escuro e Argissolo Vermelho-Amarelo, com vistas ao planejamento agroambiental da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico, município de Jaboticabal, SP. O estudo foi baseado em fotografias aéreas, pancromáticas, verticais na escala 1:35.000 da região administrativa de Ribeirão Preto. Com técnicas de fotointerpretação, foram traçadas a rede de drenagem e respectivas microbacias hidrográficas, onde as variáveis selecionadas foram determinadas. As classes de risco de degradação, resultando no uso potencial do solo, foram determinadas de acordo com o coeficiente de rugosidade. As características do padrão de drenagem e do relevo repercutiram no comportamento hidrológico e litológico das microbacias hidrográficas, possibilitando a diferenciação entre as unidades de solos. A densidade de drenagem e a amplitude altimétrica foram as características que mais contribuíram para o poder discriminatório na relação solo-superfície. Na análise conjunta do potencial de uso do solo, verificou-se, principalmente, adequação para agricultura nos Latossolos e pecuária e, ou, reflorestamento nos Argissolos.

  15. Composição florística e estrutura de uma unidade de manejo florestal sustentável na Floresta Nacional do Tapajós, Pará Floristic composition and structure of a sustainable forest management unit at Tapajos National Forest, Para, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Guimarães Gonçalves

    2008-01-01

    Full Text Available Neste trabalho são discutidos aspectos da composição florística e da estrutura de um povoamento de floresta ombrófila densa submetido a práticas de exploração madeireira de impacto reduzido. O estudo foi conduzido numa unidade de manejo florestal com aproximadamente 3.200 ha, instalada na porção norte da Floresta Nacional do Tapajós (estado do Pará, onde foram extraídos, em média, 23,7 m³ de madeira por hectare. Para representar a variabilidade existente na área experimental, foram estabelecidas aleatoriamente seis parcelas amostrais de um hectare em diferentes quadras de exploração. As análises florístico-estruturais foram realizadas em duas escalas distintas com vistas a atender objetivos específicos: (a em nível de unidade de manejo, para uma caracterização global do povoamento florestal no qual serão baseados estudos subseqüentes; e (b em nível de parcela amostral, para subsidiar o estudo de dados de sensoriamento remoto frente às variações florístico-estruturais observadas. O conjunto de resultados obtidos indicou que a unidade de manejo florestal apresenta uma elevada diversidade florística no componente arbóreo (índice de Shannon-Weaver igual a 4,22. Observou-se que o povoamento é caracterizado pela concentração de uma grande quantidade de indivíduos e espécies em poucas famílias botânicas e por um número elevado de espécies localmente raras. A análise das variações florístico-estruturais entre parcelas amostrais evidenciou diferenças estatísticas significativas quanto à diversidade e a similaridade de espécies e quanto a valores médios de altura total. Adicionalmente, observou-se certa variabilidade nos padrões estruturais em termos de distribuição diamétrica e de valores estimados de volume comercial de madeira.In this work we discuss aspects of the floristic composition and structure of a stand of dense tropical rain forest subjected to low-impact logging practices. We conducted

  16. Temporal changes in fish species composition of headwater streams of the upper Paraguay and Paraná basins, Brazil = Alteração temporal na composição de espécies de peixes em riachos de cabeceira das bacias do alto Paraguai e Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yzel Rondon Súarez

    2010-07-01

    Full Text Available This study was carried out in headwater streams in the Paraguay and Paraná river basins, with bi-monthly samples from January to November 2004, aiming to quantify the influence of environmental factors on the temporal rate of turnover in species composition of the fish communities. The environmental variables explained 73.5% of the variation in beta diversity and 52.5% of the variation in mean dissimilarity. Altitude was the only environmental descriptor that significantly explained the variation in beta diversity and mean dissimilarity in both basins.O presente estudo foi realizado em riachos de cabeceira nas bacias dos rios Paraguai e Paraná, por amostragens bimestrais de janeiro a novembro de 2004, com o objetivo de se quantificar a influência dos fatores ambientais sobre a taxa de alteração temporal na composição de espécies nas comunidades de peixes. As variáveis ambientais utilizadas explicaram 73,5% da variação na taxa de alteração na composição de espécies, utilizando a diversidade beta e 52,5% da variação na taxa de alteração pelo coeficiente de Jaccard. A altitude dos locais amostrados foi o único preditor significativo da taxa de alteração temporal na composição de espécies para ambas as bacias.

  17. A pesca comercial na bacia do rio Madeira no estado de Rondônia, Amazônia brasileira The Commercial fisheries of the Madeira river basin in the Rondônia state, brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Rodrigues da Costa Doria

    2012-03-01

    Full Text Available Este estudo caracteriza quali e quantitativamente a atividade pesqueira comercial na bacia do rio Madeira, afluente do rio Amazonas, no trecho entre Guajará-Mirim e Porto Velho, estado de Rondônia. No período de janeiro a dezembro/2004, foram registrados 460 t, correspondendo 935 viagens. A análise dos dados oriundos do monitoramento dos desembarques demonstrou que a pesca na região tem caráter artesanal de pequena escala, destacando a maior participação das canoas motorizadas (131 unidades do que barcos pesqueiros (45 unidades; capacidade média: 3.000kg na frota pesqueira. Os peixes migradores jaraqui (Semaprochilodus spp., dourada (Brachyplatystoma rousseauxii, sardinha (Triportheus spp., jatuarana/matrinxã (Brycon amazonicus e B. cephalus, curimatã (Prochilodus nigricans e filhote (Brachyplatystoma filamentosum se destacaram na composição das espécies desembarcadas. As informações técnicas geradas são importantes para subsidiar ações de ordenamento pesqueiro, bem como para avaliar futuras variações que possam ocorrer na atividade frente aos impactos dos empreendimentos hidrelétricos em construção na região.This study presents qualitative and quantitative information about commercial fishery in the basin of the Madeira River, tributary of the Amazon River, describing the fishing activity in the segment between Guajará-Mirim and Porto Velho, in Rondônia State. From January to December/2004, 219 fishermen and 935 trips were registered, corresponding to the capture of 460 t of fish. Data from fish landings demonstrate that fisheries in the region are small-scaled and point to a higher participation of small motorized canoes (130 units than of fishing boats (45 units; average capacity: 3000 kg in the fishing fleet. Migratory species like jaraqui (Semaprochilodus spp., dourada (Brachyplatystoma rousseauxii, sardinha (Triportheus spp., jatuarana/matrinxã (Brycon amazonicus e B. cephalus, curimatã (Prochilodus nigricans

  18. CÁLCULO AUTOMÁTICO DO FATOR TOPOGRÁFICO (LS DA EUPS, NA BACIA DO RIO PARACATU AUTOMATIC CALCULATION OF THE TOPOGRAPHIC FACTOR (LS OF THE USLE, IN THE PARACATU RIVER BASIN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valtercides Cavalcante da Silva

    2007-09-01

    Full Text Available

    Embora a equação universal de perda de solo (EUPS seja amplamente utilizada na predição de perda de solo, é difícil obter certos fatores dessa equação em bacias hidrográficas, como é o caso do fator de comprimento de vertente (fator L. Diante disso, este trabalho objetivou determinar de maneira informatizada (automática, o fator topográfico (LS da EUPS, utilizando para o cálculo do fator L o algoritmo de Desmet & Govers (1996, com o suporte de um Sistema de Informações Geográficas (SIG. Verificou-se a viabilidade do cálculo do fator de comprimento de vertente, na escala de 1:100.000, por meio da metodologia desses autores, que considera o fluxo acumulado.

    Although the Universal Soil Loss Equation (USLE is widely used all over the world in the prediction of soil loss, a few factors of the equation are difficult to obtain, such as the slope length factor (L factor, particularly in watersheds. For this reason, the purpose of the present research was to apply the methodology for automatic calculation of the topographic factor (LS factor using the algorithm developed by Desmet and Govers (1996 which defines the slope length factor (L factor through the Geographic Information System (GIS. It was verified that the slope length factor (L, as developed by Desmet and Govers (1996, which accounts for accumulated flow, showed feasible results.

    KEY-WORDS: USLE; L factor; topographic factor; GIS.

  19. Alterações Geomorfológicas Derivadas Da Intervenção De Atividades Antrópicas: análise temporal na Bacia do Arroio Santa Bárbara – Pelotas (RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Luís Heck Simon

    2008-11-01

    Full Text Available A análise temporal das alterações nas formas do relevo, tendo como base informações espaciais oriundas da cartografia geomorfológica, possibilita a compreensão da gênese dos distúrbios na morfodinâmica e dos impactos ambientais. Assim, este artigo foi desenvolvido com o objetivo de analisar as principais alterações geomorfológicas desencadeadas na bacia do Arroio Santa Bárbara, localizada no município de Pelotas – RS, durante 41 anos (1965 – 2006. Para avaliar as alterações ocorridas sobre a morfologia, foram elaborados mapas geomorfológicos da área em estudo, referentes aos anos de 1965 e 1995, a partir da interpretação de fotografias aéreas. O cenário de 2006 foi constituído por meio de representações cartográficas, esquematizadas a partir da obtenção de imagens orbitais do software Google Earth TM. A integralização deste mapeamento ocorreu por meio de trabalhos de campo, onde foram constatadas as transformações da morfologia e as feições geomorfológicas artificiais. As atividades antrópicas efetivaram a imposição de mecanismos de controle que alteraram as formas e a estrutura do sistema, agindo, conseqüentemente, sobre os fluxos de matéria e energia. Tais alterações vinculam-se à expansão urbana, ao desenvolvimento das atividades agrícolas e às ações antrópicas pontuais como a mineração e a interceptação dos cursos de água para a construção de reservatórios.

  20. Efeitos multiplicadores da economia florestal brasileira

    OpenAIRE

    Valverde,Sebastião Renato; Rezende,José Luiz Pereira; Silva,Márcio Lopes da; Jacovine,Laércio Antônio Gonçalves; Carvalho,Rosa Maria Miranda Armond

    2003-01-01

    Este trabalho trata da importância do setor florestal para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro por meio dos modelos econômicos de equilíbrio geral multissetoriais, através das análises das matrizes de insumo-produto (MIP) e de contabilidade social (MCS). As principais fontes dos dados foram as Tabelas de Insumo-Produto (TIP) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além de informações obtidas no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Banco C...

  1. AVALIAÇÃO DA SUSCETIBILIDADE À RUTURA E PROPAGAÇÃO DE FLUXOS DE DETRITOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ZÊZERE (SERRA DA ESTRELA, PORTUGAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Melo

    2017-03-01

    Full Text Available Na avaliação da suscetibilidade a movimentos de vertente, a cartografia produzida deverá integrar não só as áreas de iniciação do movimento, como também aquelas potencialmente atingidas pelo material mobilizado. Este objetivo é alcançado através da separação da análise da suscetibilidade em duas componentes distintas: (i a primeira componente, que é também a mais explorada na literatura, corresponde à modelação das áreas de iniciação do movimento; (ii a segunda componente refere-se à modelação das respetivas áreas de propagação, utilizando, como input, os mapas com a delimitação das potenciais áreas de rutura. Neste trabalho é feita a avaliação da suscetibilidade à ocorrência de fluxos de detritos na bacia hidrográfica do rio Zêzere (Serra da Estrela, Portugal. Para a identificação das potenciais áreas de rutura recorreu-se a um método estatístico bivariado (Valor Informativo e a simulação das áreas afetadas pela passagem e deposição do material transportado foi sustentada por um algoritmo hidrológico simples (D-infinity downslope influence. A área abaixo da curva (AUC, determinada no âmbito da validação dos modelos de Valor Informativo, apresenta valores compreendidos entre 0,94 e 0,96, o que indica uma excelente capacidade preditiva. As variáveis preditivas com maior relevância na ocorrência de áreas de rutura de fluxos de detritos correspondem às áreas ardidas em 2005, declives superiores a 30°, espessura do solo inferior a 75 cm e perfil transversal côncavo. Na validação do modelo de propagação do material mobilizado, a partir das 36 áreas de rutura que constituem o inventário de movimentos, obteve-se uma taxa de verdadeiros positivos de 80,5%, o que reflete um bom desempenho do modelo.

  2. Relative reduction in annual soil loss in micro watersheds due to the relief and forest cover Redução relativa da perda de solo anual em microbacias hidrográficas em função do relevo e da cobertura florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Mingoti

    2011-12-01

    ções da cobertura florestal, na bacia do Rio Corumbataí-SP, usando a Equação Universal de Perda de Solo Revisada (RUSLE em ambiente SIG. Para o estudo, foram escolhidas 18 microbacias, em três classes de declividade, e estabelecidos 20 cenários de uso e ocupação do solo, analisando a influência do tamanho da APP e do tamanho e localização da Reserva Legal. Os resultados permitiram concluir que: a o efeito da cobertura florestal na redução da perda de solo anual é variável, em função da declividade média da microbacia; b a largura da faixa de APP deve ser determinada levando-se em consideração a declividade da microbacia; c a RL deve estar localizada ao longo da APP. Estas características trazem melhores efeitos na redução da perda de solo anual.

  3. ETIOLOGY OF THE BOVINE CLINICAL MASTITIS IN GOIÂNIA ETIOLOGIA DA MASTITE CLÍNICA BOVINA NA BACIA LEITEIRA DE GOIÂNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo César Moreira

    2007-09-01

    Full Text Available

    There is an estimate that the mastitis in dairy herds causes production losses between 5 and 35%, equivalent from 85 to 500 million dollars per year. 231 milk samples from 231 cows on different stages of lactation, with clinic mastitis, from 35 farms of Goiânia, were analyzed in order to map the pathogens implicated in these process and to discover the microorganisms with major prevalence. All the samples had positive growth. The principal agents were Staphylococcus coagulase positive (32.90%, Streptococcus sp. (22.07%, Pseudomonas sp. (12.12%, Enterobacter sp. (10.38%, Corynebacterium sp. (8.65%, Escherichia coli (8.22%, Bacillus sp. (8.22%, Proteus sp. (6.49%, Klebsiella sp. (4.32% and Staphylococcus coagulase negative (3.46%. The Nocardia genus was isolated in 0.86% of the cases.

    KEY-WORDS: Bovine mastitis; etiology; isolated microorganisms.

    Estima-se que a presença de mastite bovina em rebanhos produtores provoque perdas de produção entre 5 e 35%, o que equivale de 85 a 500 milhões de dólares ao ano. Com o objetivo de mapear os patógenos envolvidos nesse processo e evidenciar os microrganismos com maior freqüência foram examinadas amostras de leite de 231 vacas, em diferentes estágios de lactação, que apresentaram sinais de mastite clínica e eram pertencentes a 35 propriedades rurais da bacia leiteira de Goiânia. Todas as amostras tiveram crescimento bacteriano positivo. Os principais agentes isolados foram o Staphylococcus coagulase positiva (32,90%, Streptococcus sp. (22,07%, Pseudomonas sp. (12,12%, Enterobacter sp. (10,38%, Corynebacterium sp. (8,65%, Escherichia coli (8,22%, Bacillus sp. (8,22%,

  4. Distribuição dos diâmetros dos troncos das espécies mais importantes do cerrado na Estação Florestal de Experimentação de Paraopeba (EFLEX - MG Distribution of stem diameters of the most important species in the "cerrado" of the Paraopeba Experimental Forest Station (EFLEX - MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Cláudio da Silva Júnior

    1988-12-01

    Full Text Available Este estudo foi realizado no cerrado (sensu stricto da Estação Florestal de Experimentação de Paraopeba-MG, pertencente ao Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF. Para o levantamento florístico utilizou-se o método de quadrantes, incluindo-se os indivíduos com diâmetro mínimo do tronco de 5cm ao nível do solo. Foram alocados 25 pontos de amostragem em cada uma das 20 áreas selecionadas pela homogeneidade fisionômica. A distribuição dos diâmetros dos 2.000 indivíduos amostrados apresentou-se não balanceada, indicando uma grande representação (66,55% na menor classe de diâmetro (5-10cm, podendo isto ser devido ao restabelecimento das populações na área após o desmatamento ocorrido em 1952. Esta hipótese sugere que 30 anos seria um prazo insuficiente para o estabelecimento da rotação de corte naquele cerrado. Levantaram-se a situação atual e as hipóteses quanto aos prováveis problemas enfrentados para o estabelecimento de algumas das populações que mais se destacaram pelo índice do valor de importância (IVI e pelo número mínimo de indivíduos amostrados (n = 50: Qualea parviflora Mart., Byrsonima crassa Nied., Qualea grandiflora Mart., Erythroxylum suberosum St. Hill., Eugenia dysenterica D.C., Kielmeyera grandiflora (Wawra Saddi, Dimorphandra mollis Benth., Curatella americana L., Terminalia argêntea Mart., Annona crassiflora Mart., Machaerium opacum Vog. Concluiu-se que a atividade de extração de minhocuçus na Estação tem contribuído negativamente para o estabelecimento de novos indivíduos na área e, para a recuperação das populações, recomenda-se o plantio de mudas produzidas na própria EFLEX. Para o sucesso de qualquer medida com este objetivo é essencial uma efetiva fiscalização da área.This study was carried out in 200ha of the Experimental Forest Station (EFLEX of Paraopeba-MG with the purpose of evaluating the trunk diameter distribution of local "cerrado" vegetation

  5. FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL: DEFINIÇÃO E IMPACTOS SEGUNDO A LITERATURA CIENTÍFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Tavares Firmino

    2017-04-01

    Full Text Available Em virtude da maior demanda de áreas para as atividades econômicas, muito da riqueza natural do meio ambiente vem sendo perdida através de desmatamentos e queimadas que geram a fragmentação florestal, um processo cujos efeitos não são conhecidos em toda sua amplitude. Objetivou-se avaliar o conceito de fragmento florestal perante o meio acadêmico e cientifico, bem como discutir os principais impactos decorrentes da fragmentação florestal. A metodologia adota para a realização da pesquisa se baseou na leitura e analise de bibliografias específicas sobre o tema em questão. Observou-se que, segundo a literatura, um fragmento florestal compreende uma unidade de floresta natural contínua, interrompida por barreiras naturais ou antrópicas, tendo como efeitos principais a perda de biodiversidade e o efeito de borda. Assim, torna-se fundamental o incentivo a ações de preservação dos fragmentos florestais, buscando, se possível, a conexão dos remanescentes florestais.

  6. Monitoring of toxic chemical in the basin of Maringá stream=Monitoramento de compostos químicos tóxicos na bacia do ribeirão Maringá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Regina Granhen Tavares

    2012-07-01

    Full Text Available This study aimed to track the spatial and temporal variations of toxic chemical compounds, such as the metals Al, Cd, Pb, Cu, Cr, Mn, Zn and the pesticide glyphosate, in Maringá stream and in a stretch of Pirapó river. The results pointed out that, in the case of metals, one of the possible sources of these elements is associated to agricultural activities. For glyphosate, were not found concentrations above those established by the Brazilian Water Quality Legislation (CONAMA 357/2005. Concerning this, we emphasized that the impact caused by the agrochemical on water quality should be evaluated considering the adverse effects to the environment caused by its degradation, that produces recalcitrant and surfactant compounds that may be even more toxic for humans and aquatic environment. Esse estudo teve por objetivo monitorar a variação espaço-temporal de compostos químicos tóxicos, como os metais Al, Cd, Pb, Cu, Cr, Mn, Zn e o defensivo agrícola glifosato, nas águas do ribeirão Maringá e de um trecho do rio Pirapó. Os resultados obtidos mostraram que no caso dos metais uma das possíveis fontes destes elementos na bacia está vinculada às atividades agrícolas. Para o defensivo glifosato, neste trabalho não foram encontradas concentrações acima do permitido pela legislação (CONAMA 357/2005. Sobre esse aspecto, ressalta-se que o impacto dos produtos agrícolas sobre a qualidade da água deve ser avaliado do ponto de vista dos efeitos adversos ao ambiente causados por sua degradação, gerando, por sua vez, compostos recalcitrantes e surfactantes e que podem ser muito mais tóxicos à vida aquática e ao homem.

  7. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LITOLÓGICA E ESTRUTURAL A PARTIR DE MÉTODOS MORFOMÉTRICOS EM SEGMENTOS DE DRENAGEM NA PORÇÃO CIMEIRA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JEQUITINHONHA, MG

    OpenAIRE

    Fabrício Antonio Lopes; Danielle Piuzana Mucida; Valdiney Amaral Leite; Alcione Rodrigues Milagres

    2016-01-01

    O estudo do padrão de drenagem da porção cimeira da bacia hidrográfica do Jequitinhonha foi realizado neste trabalho tendo como objetivos: a) Correlacionar as direções dos canais fluviais e respectivas ordens hierárquicas às estruturas geológicas regionais; b) Verificar o grau de influência dos aspectos litológicos e estruturais no padrão de drenagem da bacia e; c) Identificar estruturas que atuam como níveis de base locais em perfis longitudinais. Foram empregadas análises quantitativas de t...

  8. Epidemiología de la difilobotriasis en la cuenca del río Valdivia, Chile Epidemiologia de difílobotriase na bacia do rio Valdivia, Chile Epidemiology of diphyllobothriasis in the Valdivia River basin, Chile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricio Torres

    1989-02-01

    por Diphyllobothrium latum nas áreas afetadas foi produzida pela ingestão de peixes defumados ou cozidos insuficientemente. A pesquisa realizada em l .450 peixes pertencentes a 4 espécies introduzidas e 11 autóctones capturadas na bacia do rio Valdivia mostrou a existência de plerocercoides de Diphyllobothrium latum e/ou D. dendriticum nas espécies introduzidas Salmo gairdneri e S. trutta além de outras autoctones. A prevalência ou intensidade média das infecções nos peixes bem como o grau de agregação das subpopulações variaram nos diferentes locais estudados. Na bacia do río Valdivia, alguns peixes atuaram como hospedeiros intermediários e outros como paratênicos das espécies de Diphyllobothrium encontradas. Como medidas de controle nos pontos de difilobotriase nas áreas estudadas sugere-se a melhoria das condições de saneamento básico, educação sanitária e tratamento das pessoas infectadas.In the Valdivia (Chile river basin 1,295 inhabitants of 6 riverside districts were examined between March and October 1987 and showed a 1.2% of prevalence by Diphyllobothrium in the districts of Riñihue and Las Huellas. Prevalence of 5.3% and 9.8% respectively were registered in dogs of the districts of Riñihue and Malihue. No cat or pig infection was observed in the different districts. The parasites recovered after the treatment were identified as Diphyllobothrium latum. Human infection by D. latum in the districts affected results from the consumption of smoked or insufficiently cooked fish. The investigation of 1,450 fish (4 exotic species and 11 autochthonous ones, caught in the Valdivia river basin in 1986 and 1987, showed the existence of plerocercoids of D. latum and/or Diphyllobothrium dendriticum in Salmo gairdneri and Salmo trutta among exotic fish and in some autochthonous species. Prevalence and mean intensity in the infection of fish as well as the degree of aggregation in the infrapopulations varied in the different districts. Some

  9. Heterogeneidade espacial e temporal de variáveis limnológicas no reservatório de Itupararanga associadas com o uso do solo na Bacia do Alto Sorocaba-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Frascareli

    2015-11-01

    Full Text Available Dentre as diversas atividades desenvolvidas no entorno de corpos de água, a poluição por agroquímicos e o lançamento de efluentes acarretam a carga excessiva de nutrientes que contribuem para o processo de eutrofização artificial e degradação destes ecossistemas. Neste contexto, os objetivos deste trabalho foram: determinar a heterogeneidade sazonal e espacial nas águas superficiais do reservatório Itupararanga e verificar a influência dos usos do entorno sobre a qualidade da água do reservatório localizado na cidade de Ibiúna, São Paulo, Brasil. Analisou-se o Índice de Estado Trófico (IET e variáveis limnológicas em duas estações distintas - período seco e chuvoso de 2013. Os dados foram comparados com mapa de usos do solo e com parâmetros estabelecidos pela resolução CONAMA n° 357 de 2005. Os resultados demostraram que o fósforo total não esteve em conformidade com as especificações CONAMA. O reservatório apresentou heterogeneidade sazonal e espacial em relação ao IET e às variáveis limnológicas. Por meio da análise de agrupamento com os dados de qualidade de água e uso e ocupação dos solos foi comprovada a heterogeneidade espacial. A análise de agrupamento indicou que a cobertura florestal é um importante fator para a contenção da entrada de sólidos em suspensão. Indicou também que o uso agrícola é a principal fonte de nitrogênio para o meio enquanto que os rios formadores contribuem, principalmente com cargas de fósforo. Assim, por se tratar de uma área de importância social e econômica, medidas de preservação devem ser tomadas a fim de mitigar os avanços das atividades potencialmente impactantes.

  10. O Aglomerado de Empresas Atuantes no Segmento Off-Shore de Macaé: impactos da política de subcontratação da Petrobras na bacia de Campos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Britto

    2009-10-01

    Full Text Available A bacia de Campos (BC é responsável pela produção de 84% do petróleo e de 45% do gás natural brasileiros. Nas últimas décadas, o município de Macaé – base operacional da BC – presenciou o desenvolvimento de um aglomerado de empresas especializadas em atividades off-shore. O artigo busca caracterizar esse aglomerado, destacando sua organização industrial, as relações interfirmas e a infraestrutura de ciência e tecnologia. Particular importância é atribuída à evolução recente da política de subcontratação da Petrobras, implementada a partir de 2003, enfatizando-se como essa política tem redefinido, de forma substancial, os vínculos produtivos no arranjo, especialmente com respeito às pequenas e médias empresas (PMEs, provocando impactos relevantes na dinâmica produtiva e tecnológica do aglomerado. A pesquisa realizada sugere que as mudanças recentes na política de subcontratação da Petrobras têm induzido o aumento da cooperação técnico-produtiva no aglomerado, ao mesmo tempo em que reforçam uma tendência à aceleração do processo de concentração industrial, gerando impactos em termos da ameaça de exclusão de PMEs que integram o aglomerado.Campos’ basin is responsible for 84% of the petroleum and for 45% of the natural gas produced in Brazil. The district of Macaé, located in the epicenter of the basin, has become a robust cluster of specialized companies in off-shore activities. The paper analyzes that cluster, emphasizing: its industrial organization, inter-firms relationships and the local infrastructure of science and technology. Particular attention is given to changes in Petrobras subcontracting policy implemented since 2003 and to the discussion of how these changes have impacted the dynamics of the cluster; especially with respect to small and medium enterprises (SMEs. The research indicates that the policy of Petrobras has induced the increase of technological and productive cooperation

  11. Aplicação de técnicas de redes neurais e modelagem atmosférica para elaboração de previsões de vazão na Bacia do Rio Grande (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Lopes Dias

    Full Text Available RESUMO Neste estudo foi proposta a elaboração de um modelo de previsão de vazões no horizonte de dez dias para a Usina Hidrelétrica de Furnas, localizada na Bacia do Rio Grande, Minas Gerais, a partir da aplicação de redes neurais artificiais (RNA, informações de vazão natural e precipitação observada e prevista. O modelo foi desenvolvido utilizando o software Matlab(r Neural Network Toolbox. Escolheu-se uma rede neural do tipo perceptron multicamadas (MLP, treinada com algoritmo supervisionado de retropropagação Levenberg-Marquardt. As previsões de precipitação foram obtidas a partir do modelo ETA/Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC, e utilizadas com e sem tratamento matemático. Foram realizados três experimentos, dividindo-se o histórico de dados em três períodos, sendo o primeiro para a calibração do modelo, o segundo para a validação e o terceiro para os testes. Em cada experimento foi variado o conjunto de dados de entrada, sendo utilizada, no primeiro experimento, somente a vazão passada para prever os dez dias de vazão futura. No segundo foi adicionada a precipitação observada e, no terceiro, a previsão de precipitação. Os resultados da modelagem chuva-vazão obtidos com a previsão de precipitaçãodo modelo ETA não apresentaram melhorias estatísticas em comparação com os experimentos que só utilizaram informações passadas. No entanto, quando se utilizou a previsão de precipitação corrigida matematicamente, observou-se uma melhora sensível tanto nos índices estatísticos quanto na representação da previsão simulada no hidrograma, ficando o desempenho da modelagem proposta neste estudo semelhante à encontrada em modelos conceituais do tipo chuva-vazão.

  12. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Igarapé Carrapato, Boa Vista, Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maola Monique Faria

    2017-10-01

    Full Text Available O manejo de bacias hidrográficas baseia-se em um conjunto de técnicas aplicadas com o objetivo de regularizar a vazão dos cursos hídricos, a produção econômica e a proteção ambiental, garantindo a preservação da biodiversidade. O presente estudo tem como objetivo determinar as características morfométricas da bacia hidrográfica do Igarapé Carrapato, Boa Vista/Roraima. Inicialmente foi obtido o Modelo Digital de Elevação, e com base nele a bacia foi delimitada. Posteriormente foram calculados alguns parâmetros morfométricos para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A bacia em estudo, com base na análise dos fatores morfométricos analisados, apresenta baixa susceptibilidade a enchentes.

  13. Estrutura do componente arbustivo-arbóreo de dois estádios sucessionais de floresta estacional semidecidual na Reserva Florestal Mata do Paraíso, Viçosa, MG, Brasil Structure of the tree-shrub component in two successional stages of semideciduous forest in the Mata do Paraíso Forest Reserve, Viçosa, MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Isabel do Carmo Pinto

    2007-10-01

    Full Text Available Realizou-se o estudo das variações estruturais do componente arbustivo- arbóreo em dois estádios sucessionais - inicial e madura - de Floresta Estacional Semidecidual, na Reserva Florestal Mata do Paraíso, em Viçosa, MG, Brasil. A Reserva Florestal está situada nas coordenadas 20º45'S e 42º55'W e a uma altitude média de 689 m. O clima da região é classificado como Cwb pelo sistema de Köppen. As espécies arbustivo-arbóreas foram amostradas dentro de 20 parcelas de 10 x 30 m, sendo 10 parcelas em cada estádio sucessional, sendo considerados apenas os indivíduos com diâmetro a 1,30 m do solo (DAP > 4,8 cm. Na floresta inicial foram amostrados 399 indivíduos, distribuídos em 27 famílias e 55 espécies. As espécies com maior valor de importância (VI foram Piptadenia gonoacantha, Vernonanthura diffusa, Miconia cinnamomifolia, Piptocarpha macropoda e Luehea grandiflora. O índice de diversidade de Shannon (H' foi de 3,31 nat.ind.-1 e a equabilidade de Pielou (J', igual a 0,83. No estádio floresta madura foram amostrados 623 indivíduos, distribuídos em 31 famílias e 78 espécies. As espécies com maior valor de importância (VI foram Euterpe edulis, Piptadenia gonoacantha, Nectandra lanceolata, Myrcia sphaerocarpa e Guapira opposita. O índice de diversidade de Shannon (H' foi de 3,46 nat.ind.-1 e a equabilidade de Pielou (J', igual a 0,79. As distribuições diamétricas das quatro espécies mais abundantes em cada estádio sucessional apresentaram padrões distintos, aparentemente relacionados ao estádio sucessional.The study of the floristic and structural variations of the tree-shrub component was carried out in two successional stages of Semideciduous Forest, initial and mature, located in the Mata do Paraíso Forest Reserve, in Viçosa, Minas Gerais State, Brazil. The Forest Reserve is located at 20º45'S and 42º55'W, with average altitude of 689 m. The regional climate is classified as Cwb by the Köppen system

  14. SUPERFÍCIES APLAINADAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTÍSSIMO RIO TIBAGI - PR (Flat surfaces in the highest Tibagi's hydrographic basin, Paraná)

    OpenAIRE

    MARTINS, Tiago Damas; PASSOS, Everton

    2012-01-01

    Nesta pesquisa buscou-se comprovar a ação de oscilações climáticas pretéritas, como determinantes na origem e esculturação da morfologia atual do relevo e suas implicações na evolução da paisagem. A técnica de integração cartográfica utilizada e os levantamentos de campo baseiam-se em proposta metodológica conceitual que sugere a evolução policíclica do relevo a partir de oscilações climáticas pretéritas. Esta metodologia de análise da evolução do relevo é definida como Geomorfologia Climátic...

  15. Impactos potenciais das mudanças propostas no Código Florestal Brasileiro sobre os répteis brasileiros

    OpenAIRE

    Marques,Otavio Augusto Vuolo; Nogueira,Cristiano; Martins,Marcio; Sawaya,Ricardo Jannini

    2010-01-01

    Avaliamos os impactos potenciais sobre a fauna brasileira de répteis (721 espécies descritas até o momento), caso sejam adotadas mudanças propostas por um substitutivo do atual Código Florestal Brasileiro. A possibilidade de compensação ambiental (obrigação legal no caso de degradação de habitats naturais) em bacias ou microbacias distintas daquelas degradadas seria uma das modificações do código vigente que prejudicaria a manutenção da diversidade de répteis. Alguns gêneros de répteis são co...

  16. Mineralogia de paleossolos da Formação Marília e seu significado na evolução ambiental do Maastrichtiano da Bacia Bauru, sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Luiz da Silva

    Full Text Available RESUMO: Solos e paleossolos refletem complexa inter-relação entre sedimentação, erosão e não-deposição. A análise dos constituintes mineralógicos de paleossolos é fundamental para a reconstituição dos fatores, processos e ambientes no qual esses se formaram. O reconhecimento de determinadas assembléias mineralógicas podem revelar as condições ambientais durante a pedogênese e através da análise quantitativa se torna possível constatar variação vertical ao longo dos perfis de paleossolos, identificando horizontes com maior concentração mineral ou lixiviação, apontando indiretamente processos ambientais que dominavam no decorrer da evolução pedogenética. O objetivo desse trabalho foi discutir o significado das fases minerais e sua quantificação na evolução ambiental e no grau de desenvolvimento dos paleossolos da Formação Marília, Maastrichtiano da Bacia Bauru. Foram descritas três seções (A1, A2, A3 da Formação Marília. A mineralogia foi determinada através da difratometria de raios-x e para a quantificação mineral foi utilizado o método de refinamento Rietveld. Os calcretes da Formação Marília são predominantemente pedogênico, com minerais autigênicos em sua maioria. A variação do teor de quartzo, calcita, paligorskita e esmectita, a micromorfologia e a diversidade de horizontes subsuperficiais (Bkm, Btkm, Bt demonstraram que os paleossolos se desenvolveram em condições gerais semiáridas, com episódios de maiores taxas de precipitação, umidade, lixiviação e dessilicação.

  17. Unidades ambientais da bacia hidrográfica do Rio Santana, Sul da Bahia

    OpenAIRE

    Campos,Danusa Oliveira; Muggler,Cristina Carole; Fernandes Filho,Elpidio Inácio; Moreau,Mauricio Santana

    2008-01-01

    A bacia hidrográfica do Rio Santana apresenta inúmeros problemas ambientais ocasionados pelas atividades econômicas impactantes e pressão antrópica. Para atenuar esses conflitos, garantir a conservação ambiental e a sustentabilidade dessa área de extrema importância para a região, deve-se identificar e conhecer seu ambiente. Este trabalho realizou uma estratificação ambiental na bacia hidrográfica do Rio Santana, analisando as inter-relações entre os elementos das paisagens. A vegetação, a ge...

  18. Spar genetic analysis of two invasive species of Cichla (Tucunaré (Perciformes: Cichlidae in the Paraná river basin = Análise genética via spar, de duas espécies de Cichla (Tucunaré (Perciformes: Cichlidae introduzidas na Bacia do rio Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Caputo Almeida-Ferreira

    2011-01-01

    Full Text Available The introduction of exotic species in lake ecosystems has been greatly highlighted in the literature worldwide. Since introduction may threaten diversity of native fish, the issue turns up to be of paramount importance. Ecological effects may be predation, competition, parasitism or genetic, that is, changes in the genetic pool of populations owing to the occurrence of hybrids. Although the Tucunaré fish (Cichla is native to the Amazon region, it can be foundin other hydrographic basins in which it has been introduced. RAPD molecular marker research showed that there are two species (Cichla kelberi and C. piquiti belonging to the genus Cichla in the rivers of the Paraná basin. Different morphotypes in the region may also be due to hybridization. Current research used SPAR molecular markers to confirm the presence of hybrids and the rupture of isolation mechanisms. Seventy-two specimens collected in several sites of the river Paraná and Amazon basins were analyzed. Since exclusive SPAR molecular markers were obtained for Cichla kelberi and C. piquiti populations, the introduction of the two species in the region has been confirmed. Identification of the markers in specimens of theParaná river basin confirmed hybridization between these exotic species.A introdução de espécies exóticas nos ecossistemas lacustres tem sido muito destacada na literatura mundial, pois ameaça a diversidade de peixes nativos, tornando-se uma questão de extrema importância. Os efeitos observados podem ser ecológicos, como predação, competição e parasitismo ou genéticos, como a ocorrência de híbridos. Apesar do peixe tucunaré (Cichla ser nativo da região amazônica, ele pode ser encontrado em outras bacias hidrográficas nas quais foram introduzidos. Estudos utilizando marcadores moleculares RAPD revelaram que existem duas espécies (Cichla kelberi e C. piquiti do gênero Cichla na bacia do alto rio Paraná e morfotipos diferentes que podem ser devido

  19. Mudanças climáticas e impactos na necessidade hídrica das culturas perenes na Bacia do Jaguaribe, no Estado do Ceará Climate change and impacts on water requirement of permanent crops in the Jaguaribe Basin, Ceará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Sonsol Gondim

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os impactos das mudanças climáticas na demanda de água para irrigação de culturas perenes, na Bacia do Jaguaribe, no Estado do Ceará. Foi empregado o sistema integrado de modelagem regional PRECIS ("Providing Regional Climates for Impact Studies", e aplicado o método de redução de escala de bacia hidrográfica, com as condições de contorno do modelo climático regional (HadRM3P. Foi utilizado um conjunto de climatologia de base do modelo de 1961 a 1990 e de projeções climáticas futuras. As coordenadas geográficas da região em estudo foram consideradas para interpolação num sistema de informação geográfica. A evapotranspiração de referência foi estimada por meio de dados da temperatura média mensal. As mudanças climáticas projetadas aumentaram a demanda projetada de água para irrigação, porque a evapotranspiração foi estimada para aumentos de 3,1 a 2,2% e a precipitação pluvial foi estimada para diminuições de 30,9 a 37,3%. O aumento da necessidade hídrica foi estimada em 32,9% a 43,9%, para o ano de 2040, conforme o cenário analisado.The aim of this study was to estimate climate change impacts on irrigation water demand for permanent crops. The PRECIS (Providing Regional Climates for Impact Studies system was applied, and downscaling techniques were used at the river basin level, with the boundary conditions of the regional climate model (HadRM3P. A climate data set was generated for 1961 to 1990 (baseline and for future climate projections. The regional geographical coordinates were considered for interpolation in a georeferenced coordinated system. The reference evapotranspiration was estimated through data of monthly average temperature. Projected climate change increased projected irrigation water demand, because evapotranspiration was estimated to increase by 3.1 to 2.2% and rainfall was estimated to decrease by 30.9 to 37.3%. The 2040 water need was estimated to

  20. Uranium and main oxides in soil in the Northeast part of Parana basil; Uranio e principais oxidos em solo na porcao nordeste da bacia do Parana, Brazil

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Fagundes, I.C.; Bonotto, D.M.; Jimenez-Rueda, J.R., E-mail: fagundes.isabella@gmail.com, E-mail: dbonotto@rc.unesp.br, E-mail: jairorjr@rc.unesp.br [Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP), Sao Paulo, SP (Brazil)

    2015-07-01

    Uranium is a litophile element that migrates to crust together with other light silicates. This work evaluated the relationships among the concentrations of uranium, major oxides (SiO{sub 2}, Al{sub 2}O{sub 3}, Na{sub 2}O, K{sub 2}O, CaO, MgO, Fe{sub 2}O{sub 3}, MnO, TiO{sub 2}, P{sub 2}O{sub 5}) and organic matter in different horizons of a soil profile located over siltstone from Tatui Formation, Piracicaba River sub-basin, Sao Paulo State, Brazil. Different techniques were utilized for data acquisition, for instance, alpha spectrometry, X-ray fluorescence spectrometry and smectrophotometry. The major U concentrations were found in horizons enriched in Fe{sub 2}O{sub 3}, indicating its tending to be retained in iron oxides. (author)

  1. Distribuição de Paravelia recens (Drake & Harris, 1935 (Hemíptera, Heteroptera, Veliidae em Guzmania brasiliensis Ule, 1907 (Bromeliaceae na Reserva Florestal Adolpho Ducke, Amazonas, Brasil Distribution of Paravelia recens (Drake & Harris, 1935 (Hemiptera, Heteroptera, Veliidae in Guzmania brasiliensis Ule, 1907 (Bromeliaceae at Adolpho Ducke Forest Reserve, Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingos Leonardo Vieira Pereira

    2007-01-01

    Full Text Available Este é o primeiro registro de Paravelia recens (Drake & Harris, 1935 (Heteroptera: Veliidae em fitotelmata de Guzmania brasiliensis Ule, 1907 (Bromeliaceae. O estudo foi conduzido na Reserva Florestal Adolpho Ducke, localizada na rodovia AM 010 km 26, Manaus, Amazonas. Foram realizadas doze amostragens, entre abril de 2003 e abril de 2005, seis no período chuvoso e seis no período de seca. Para cada amostragem, 12 bromélias foram analisadas, seis terrestres e seis epífitas, totalizando 144 amostras. Com exceção das amostras de março e outubro de 2004, 94 espécimes de P. recens foram encontrados. O número de indivíduos coletados foi semelhante nos estratos amostrados, sendo 46 terrestres e 48 epífitas. No período chuvoso foi encontrado um maior número de P. recens (teste-t entre períodos; t =2,57; p=0,011, assim como a abundância de indivíduos esteve positivamente correlacionada com o volume de água por bromélia (r s= 0,18; p=0,033. Este fato pode ser explicado pelo maior aporte de água no período chuvoso acarretando o aumento do volume médio de água nas bromélias.This is the first record of Paravelia recens (Drake & Harris, 1935 (Heteroptera: Veliidae in phytotelmata of Guzmania brasiliensis Ule, 1907 (Bromeliaceae. The study was conduced at Adolpho Ducke Forest Reserve, located on road AM 010 Km 26, Manaus, Amazonas. Twelve samplings were taken between April 2003 and April 2005, namely, six in the wet season and six in the dry season. Twelve bromeliads were analysed for each sampling, six terrestrials and six epiphytics, totaling 144 samples. With the exception of the 2004 March and October samples, 94 specimens of P. recens were found. The number of individuals was similar in the stratums sampled, accounting for 46 terrestrials and 48 epiphytics. P. recens were found in great abundance in the wet season (t-test between season; t=2,57; p=0,011, and the abundance of individuals was positively correlated with water volume

  2. MACROALGAS E QUALIDADE DA ÁGUA NA BACIA DO ALTO RIO NEGRO - MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA (AM.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domitila Pascoaloto

    2011-01-01

    Full Text Available Foram investigadas as comunidades de macroalgas do rio Negro, no município de São Gabriel da Cachoeira. Em setembro/2007 foram visitados cinco sítios amostrais, próximos à sede da cidade; em Março/2008 foram investigados oito sítios amostrais, entre a comunidade Amium (hemisfério norte e a sede da cidade (hemisfério sul; em agosto de 2008 foram investigadas as comunidades de macroalgas e a qualidade da água do rio Negro e onze afluentes, entre os rios Içana (hemisfério norte e Marie, no hemisfério sul; em abril/2009 foram coletadas macroalgas e água no rio Negro e em igarapés de água com tonalidade vermelha, na sede da cidade; em maio/2009 foram feitas coletas de água no rio Negro entre a comunidade de Cucuí, onde o rio Negro entra no Brasil e a sede do município. As águas dos locais apresentaram características típicas de rio de “água preta”: pH ácido ( 6,0 mgO2/L. As entidades ecológicas de macroalgas observadas pertenceram aos gêneros Batrachospermum Roth (Batrachospermaceae, Rhodophyta; Microspora Thuret (Microsporaceae, Chorophyta, Oedogonium Link ex Hirn (Oedogoniaceae, Chorophyta; Oscillatoria Vaucher ex Gomont (Oscillatoriaceae, Cyanophyta; Phormidium Kützing ex Gomont (Phormidiaceae, Cyanophyta; Spirogyra Link (Zygnemaceae, Chlorophyta; Tabellaria Ehrenberge ex Kützing (Fragilariophyceae, Bacillariophyta. Na sede da cidade, a macroalga mais freqüente (50% dos registros foi Spirogyra spp.. Foram encontradas macroalgas com hábitos eplilíticos e efíticos Gametófitos de Batrachospermum spp. foram observados em três sítios amostrais (em troncos ou rochas em setembro/2007, período de águas mais baixas, porém não foram encontradas macroalgas nesses locais em março/2008, quando o rio estava mais cheio. No entanto, em agosto de 2008, quando o rio também estava em período de águas altas, foram observados, em fragmentos rochosos na orla da sede do município, filamentos férteis de Batrachospermum sp

  3. Environmental characterization and soil organic matter prediction for Salto Watershed, Extrema, MGCaracterização ambiental e predição dos teores de matéria orgânica do solo na Sub-Bacia do Salto, Extrema, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Curi

    2012-04-01

    Full Text Available Rational management in a watershed requires knowledge of several important parameters regarding the hydrology, including morphometric, vegetation cover and soil organic matter (MOS amounts. The objectives of this study were to evaluate the morphometric characteristics, identify the existence of vegetation using the normalized difference vegetation index (NDVI and analyze the spatial variability of the organic matter amount, obtained through combination of landscape properties of the Salto Sub-basin, Extrema, MG, Brazil. Digitalized topographic maps, satellites images and the Inverse Distance Weighted interpolation methods were used to acquire the MOS spatial variability. The Salto Sub-basin has a median tendency for flooding; drainage is efficient and highly branched. Most part of the Sub-basin is occupied by degraded pastures with vegetation with high biomass occurs mainly in headwater areas. The properties set that better estimated the MOS was slope, profile curvature, NDVI and topographic wetness index (TWI. In most of the study area, MOS showed medium amount (2.01 to 4.00 dag kg-1, with higher levels in areas of high altitudes (about 1,600 m at the headwaters of the Sub-basin.O manejo racional em uma bacia hidrográfica requer o conhecimento de diversos parâmetros, entre eles a morfometria, a cobertura vegetal e o teor de matéria orgânica do solo (MOS. Os objetivos do trabalho foram avaliar as características morfométricas, a presença de vegetação utilizando o índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI, e a distribuição espacial dos teores de matéria orgânica do solo (MOS obtida a partir da combinação dos atributos da paisagem na Sub-bacia Hidrográfica do Salto, no município de Extrema, MG. Foram utilizados mapas topográficos digitalizados, imagens de satélite e o modelo de regressão linear múltipla relacionando os atributos da paisagem com o teor de MOS para obter a distribuição espacial da MOS. A Sub-bacia

  4. Salts slurries using in 'offshore' recent cementation in Campos Basin; Pastas salinas utilizadas em cimentacoes recentes 'offshore' na Bacia de Santos

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Garzon, Ricardo [BJ Services, Macae, RJ (Brazil); Simao, Cristina Aiex; Sledz, Marcelo [PETROBRAS S.A., RJ (Brazil)

    2008-07-01

    PETROBRAS has recently begun active drilling on locations where the interest zone is below salt formations, which can be as thick as 2000 meters, formation that may contain mobile salts as taquihydryte. This paper refers to the slurries used on the first well drilled under those conditions and to slurry designs used in other similar wells. The challenge is to avoid the open hole closure by the taquihydryte before the next phase is drilled and cased. In order to do so, it was programmed to use a heavy spacer to maintain the wells stability for at least 30 days, due to hydrostatic pressure. This spacer and the heavy salt slurry (18,5 lb/gal) were used for the first time in Brazil. To cement the production casings, similar formulations were used, although with 15,8 lb/gal density slurries and a minimum of 10% bwow salt (NaCl). On the surface cementing operations, light slurries with sea water, salt, and, silicate and aluminate based additives, were designed and used, followed by the 15,8 lb/gal with 18% bwow salt slurry. Information about the different slurries are presented. (author)

  5. Variabilidade do vento na bacia hidrográfi ca do rio São Francisco durante a ocorrência da ZCAS / Variability of the wind in the hidrographic basin of the São Francisco river during ZCAS occurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djane Fonseca da Silva

    2008-05-01

    Full Text Available O rio São Francisco é um dos rios brasileiros mais extensos e sua importância também está no volume de água transportado por ele através da região semi-árida, na sua contribuição histórica e econômica para fi xação das populações ribeirinhas e na criação das cidades hoje plantadas ao longo do vale. O principal mecanismo produtor de chuvas sobre a bacia do rio São Francisco é a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS. A intensidade e direção do vento são variáveis de grande interesse nos estudos de balanço de água. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo estudar a climatologia do vento e sua variabilidade na bacia do rio São Francisco. Foram utilizados dados mensais de ventos, componentes zonal e meridional, oriundos da Reanálise do NCEP/NCAR no período de 1982-1994, em três faixas de longitude (40ºW, 42,5ºW e 45ºW entre as latitudes de 25ºS e 5ºS. Observou-se que nas longitudes de 42,5ºW e 45ºW, a posição média da ZCAS está em torno de 20º S. Também foi observado que a posição da ZCAS apresenta uma grande variabilidade interanual, pois, de dezembro/1982 a fevereiro/1983 a ZCAS posicionou-se ao sul de 25ºS, enquanto no período de dezembro/1988 a fevereiro/1989 estava em torno de 15ºS. O posicionamento médio meridional da ZCAS em torno de 20º é de fundamental importância para produção de chuva sobre a bacia do rio São Francisco.

  6. Trabalho feminino no setor offshore na Bacia de Campos-RJ: percepção das trabalhadoras e estratégias usadas na gestão dos tempos de vida e de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anete Ribeiro da Gama Barbosa

    2015-01-01

    Full Text Available Desde a revolução industrial há mulheres no mercado de trabalho em funções que implicam trabalho noturno e em turnos não usuais e grande disponibilidade de horário. Os homens, porém, não aumentaram sua participação no trabalho reprodutivo. Essa constatação coloca em foco a dificuldade em harmonizar vida profissional e vida familiar e doméstica. O texto analisa as relações entre vida familiar e vida profissional de trabalhadoras offshore da Bacia de Campos – RJ e, para isso, foram entrevistadas 15 mulheres que atuam em funções técnicas eminentemente masculinas. Os resultados revelaram adiamento das reflexões sobre maternidade ou planejamento para engravidar após conseguir trabalho em terra, dificuldades em harmonizar vida familiar e trabalho offshore, a consideração do exercício nesse tipo de trabalho como temporário. As escolhas feitas pelas trabalhadoras em diferentes fases da vida pessoal e profissional são orientadas por valores, que não são estáticos e estão em constante debate e confronto com a realidade. Embora a maioria das entrevistadas fosse jovem, solteira e sem filhos, há algumas casadas e com filhos que “organizam a vida de acordo com o embarque” e precisam de uma boa infraestrutura em terra para continuar nessas funções.

  7. Morfometria da bacia hidrográfica do rio Bobo no Estado de Nariño, Colômbia

    OpenAIRE

    Benavides Mora, Victória [UNESP

    2008-01-01

    O objetivo deste trabalho foi caracterizar morfometricamente a bacia hidrográfica do rio Bobo, Estado de Nariño, Colômbia. A partir de cartas topográficas da área, na escala 1:25.000, foi gerado um mapa base da rede de drenagem e dos limites das microbacias de 2a ordem de magnitude. As características morfométricas dimensionais, do padrão da rede de drenagem e do relevo foram determinadas para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A bacia hidrográfica do Rio Bobo apresenta extensão ...

  8. Efeito do sistema de produção de cana-de-açúcar na qualidade da água em bacias hidrográficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Garcia Brunini

    2017-06-01

    Full Text Available A cultura de cana-de-açúcar é uma das mais importantes do mundo, por ser a principal matéria-prima para a fabricação do açúcar e etanol, gerando inúmeros empregos diretos e indiretos. Entretanto, o sistema produtivo ocupa extensas áreas contíguas, isolando e/ou suprimindo as reservas de matas nativas e áreas de nascentes e mananciais. Objetivou-se, nesse estudo, avaliar a água das nascentes de uma microbacia hidrográfica e observar as diferenças que ocorrem quando as áreas de nascentes estão envoltas por mata nativa (Área de Proteção Permanente - APP e quando estas não estão. Para tanto foram selecionadas sete microbacias de primeira ordem de magnitude com nascentes (três com mata nativa no entorno da nascente; três sem mata nativa no seu entorno e uma com a nascente represada, apresentando a montante áreas com sistema produtivo de cana-de-açúcar. Realizaram-se as coletas de água mensalmente durante o período de um ano. Foram avaliados os parâmetros físicos e químicos da água, que servem como indicadores ambientais, in loco e em laboratórios específicos. O uso/ocupação do solo foi observado durante os meses de coleta na área. Os resultados deste estudo mostraram que a água da rede de drenagem das nascentes protegidas por mata ciliar apresentaram menor variabilidade nos dados em relação as nascentes não protegidas.

  9. Tendências de mudanças climáticas na precipitação pluviométrica nas bacias hidrográficas do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Omena Barbosa da Silva

    Full Text Available RESUMO Diversos estudos têm demonstrado que o aumento da temperatura média do planeta causa uma intensificação do ciclo hidrológico, o que poderá ocasionar mudanças nos regimes das chuvas, como o aumento da ocorrência de eventos hidrológicos extremos, alterando fortemente a disponibilidade hídrica de uma região e a qualidade de vida da população. A análise da tendência de séries históricas de precipitação pluviométrica é uma das maneiras de se inferir a ocorrência de mudança climática local. Nesse contexto, este trabalho objetiva a estimativa da tendência dos índices de detecção de mudanças climáticas elaborados pela Organização Meteorológica Mundial (OMM, referentes à precipitação pluvial diária, utilizando o software RClimDex, e a avaliação dessas tendências nas bacias hidrográficas do estado de Pernambuco. Para isso, foram utilizados 75 postos pluviométricos distribuídos de forma uniforme pelo estado com séries históricas variando de 1962 a 2011, com cerca de 50 anos de dados. Foram observadas tendências em vários índices de detecção de mudanças climáticas nas bacias dos rios Goiana, Capibaribe, Ipojuca, Sirinhaém, Una, Mundaú, Ipanema, Moxotó, Terra Nova, Brígida, Garças e Pontal. Concluiu-se que existem evidências de mudanças no clima de algumas bacias hidrográficas principais, diagnosticando indícios de aceleração no processo de aridez das bacias dos rios Ipanema, Brígida e Garças, e tendência de aumento dos eventos extremos máximos de precipitação para as bacias dos rios Mundaú, Sirinhaém e Garças.

  10. Ichthyofauna of two streams (silted and reference in the Upper Paraná river basin, Southeastern Brazil Ictiofauna de dois riachos (assoreado e referência na bacia do Alto Rio Paraná, Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. Casatti

    2004-11-01

    Full Text Available In this study the fish assemblages of the silted Águas Claras stream (AC was compared with that of a reference, the São Carlos stream (SC, so as to identify potential fish indicators of integrity or degradation. Both streams, located about 5 km from one another, are part of the Upper Paraná river basin, Brazil, and present similar physiographical features. Twenty-one species were collected in AC (1,271 specimens and 18 in SC (940 specimens. In AC, dominant species e.g., Corydoras aeneus (sandy pools, Serrapinnus notomelas, and Pyrrhulina australis (warm marginal shallow pools were those favored by new microhabitats linked to siltation and removal of the riparian vegetation. Changes in the composition of the marginal vegetation resulted in dominance of species such as Hisonotus francirochai (marginal grasses. In SC the dominant species was Phalloceros caudimacultus, abundant in marginal shallow pools, and Trichomycterus diabolus. and Hypostomus nigromaculatus, exclusively riffle-dwelling species, which were absent in AC. Fish assemblage monitoring is recommended for use in riparian management programs in order to evaluate negative instream sedimentation effects.Neste trabalho, a ictiofauna de um riacho assoreado (córrego Águas Claras - AC foi comparada com a de um riacho referência (córrego São Carlos - SC, com o objetivo de identificar espécies potencialmente indicadoras de integridade ou degradação. Os riachos localizam-se na bacia do Alto Rio Paraná, Brasil, estão distantes cerca de 5 km entre si e apresentam características fisiográficas semelhantes. Foram coletadas 21 espécies no AC (1.271 indivíduos e 18 no SC (940 indivíduos. No AC, as espécies dominantes foram aquelas favorecidas por microhabitats relacionados ao assoreamento e à remoção da vegetação marginal, como Corydoras aeneus (poços de fundo de areia, Serrapinnus notomelas e Pyrrhulina australis (poços rasos marginais, e por alterações na vegeta

  11. Erosão hídrica pós-plantio em florestas de eucalipto na bacia do rio Paraná, no leste do Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Moreira Cândido

    2014-10-01

    Full Text Available Nas regiões tropicais, o desgaste provocado no solo por ação das águas da chuva, ou seja, a erosão hídrica é a mais importante forma de degradação do solo. Visto que os plantios florestais de eucalipto estão inseridos em ecossistemas sensíveis às perturbações antrópicas em razão de ocorrência de plantações em solos com baixos teores de argila, com baixa fertilidade natural e grande parte das plantações estabelecidas em antigas áreas agrícolas e de pastagens degradadas, surge a necessidade do entendimento dos processos que regem a erosão hídrica e suas relações com as perdas de solo e água nos sistemas florestais. Objetivaram-se com este trabalho calcular os valores de erosividade da chuva (fator R - EI30, estimar a tolerância de perda de solo (T para as classes representativas nas áreas de estudo, avaliar as perdas de solo e água por erosão hídrica e verificar a influência, por meio de análise de componentes principais (ACP, de atributos físicos e matéria orgânica do solo sobre a erosão hídrica em florestas de eucalipto no estádio de pós-plantio. Os tratamentos constituíram de diferentes sistemas de manejo dos resíduos e da disposição de plantio (nível e desnível, em dois biomas distintos, Cerrado e Floresta, e solo descoberto. Os solos foram classificados como Latossolo Vermelho distrófico típico textura média-alta fase floresta (LVd1 e Latossolo Vermelho distrófico típico textura média-baixa fase cerrado (LVd2. O estudo foi realizado em áreas experimentais de plantio de eucalipto localizadas no município de Três Lagoas, na bacia do Rio Paraná, no leste do Mato Grosso do Sul. O índice de erosividade anual obtido foi de 6.792,7 MJ mm ha-1 h-1 ano-1. Os valores de T variaram de 9,0 a 11,0 Mg ha-1 ano-1, para o LVd2 e LVd1, respectivamente. As perdas de solo apresentaram valores em torno de 0 a 0,505 Mg ha-1 no LVd1 e de 0 a 0,853 Mg ha-1, no LVd2. A ACP evidenciou-se eficiente na

  12. Certificação florestal e o mercado moveleiro nacional Forest certification and furniture national market

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Ribeiro Alves

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a inserção da certificação florestal no mercado moveleiro nacional. Para a realização deste estudo, utilizaram-se dados do Conselho de Manejo Florestal (FSC Brasil e dados obtidos por meio de questionários aplicados às empresas moveleiras que possuíam produtos certificados. A certificação mostrou-se presente nas empresas do Estado de São Paulo e da Região Sul, principalmente entre aquelas ligadas à exportação. As empresas da indústria moveleira voltadas para o mercado interno não demonstraram maior interesse na certificação florestal em função da baixa exigência dos clientes.The objective of this work was to evaluate the insertion of forest certification in the national furniture market. The data used for the accomplishment of the present study came from the Forest Stewardship Council (FSC Brazil and the questionnaires applied to the furniture companies with certified products. Companies in the State of São Paulo and in the South Region presented certification, mainly the exporting companies. The furniture companies intended to provide the domestic market did not demonstrate great interest in forest certification because customers did not demand it.

  13. Modelo teórico para compreensão do ambientalismo empresarial do setor florestal brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nardelli Aurea Maria Brandi

    2003-01-01

    Full Text Available O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de contribuir para a compreensão do "ambientalismo empresarial" do setor florestal brasileiro, particularmente sua relação com os sistemas voluntários de certificação florestal, identificando-se estratégias que possam conduzir a melhorias efetivas de seu desempenho ambiental. Desenvolveu-se um modelo teórico, utilizando a estrutura de Sistemas Abertos e técnicas do pensamento sistêmico, identificando as variáveis que compõem as dinâmicas institucional e organizacional do setor. O modelo permitiu descrever, compreender e inferir sobre o comportamento futuro do sistema, além de estabelecer hipóteses para novos estudos. A partir do modelo, verificaram-se três diferentes estratégias empresariais na adoção dos padrões para certificação, sendo elas a "Adoção Simbólica", o "Mimetismo" e a "Adoção Efetiva". Concluiu-se que a opção por uma estratégia que conduza a mudanças efetivas no setor florestal requer o estabelecimento de uma visão compartilhada de sustentabilidade, que contribua para a consolidação de instituições e que oriente as respostas empresariais.

  14. Diagnóstico de um projeto de enriquecimento florestal na Comunidade do Brasileirinho, Manaus, Amazonas Diagnosis of a project of forest enrichment in the Community of the Brasileirinho, Manaus, Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Willerding

    2005-12-01

    Full Text Available As ações do projeto consistiram no reconhecimento da comunidade, realizando-se entrevistas, seguidas de um levantamento da demanda por espécies florestais e frutíferas, aquisição, transporte e distribuição das mudas e sementes. Das 28 propriedades cadastradas, 18 tornaram-se participantes, engajando-se no projeto. Na comunidade, a fruticultura é a principal atividade e o cupuaçu a principal cultura, presente em oito propriedades participantes com 2950 indivíduos plantados. Outras culturas importantes são: manga, pupunha, açaí, coco. O projeto promoveu também a introdução e o plantio de espécies vegetais com valor de mercado. Com as atividades do projeto, diversificaram-se as espécies florestais e frutíferas existentes na comunidade. Distribuíram-se 12.455 mudas de pau-rosa, cedro, andiroba, mogno, maçaranduba, seringueira, camu-camu (caçari, araçá-boi, cubiu e outras. Como perspectiva, as ações pretendem fixar o agricultor no campo, propor alternativas econômicas, sensibilizar a comunidade com relação à preservação da floresta e exploração racional dos recursos naturais.The activities of this project consisted in the recognition of the community by interviews, followed by a survey of the demand for forest and fruitful species, the acquisition, transport and distribution of seedlings and seeds. Of the 28 registered properties, 18 participated in the project. In the community, fruit culture is the main activity, and cupuaçu the main fruit in eight participant properties with 2950 plants. Other cultures are: mango, pupunha, açaí, coconut. The project also promoted the introduction and plantation of vegetal species with market value. Among the project activities, community forest and fruit species were diversified with 12,455 seedlings of wood-rose, cedar andiroba, mahogany, maçaranduba, seringueira, camu-camu, araçá-boi, cubiu and anothers were distributed. As the perspective, the activities intend to fix

  15. A comparative study of four tree species used in riparian forest restoration along Uruguay River, Brazil Um estudo comparativo entre quatro espécies arbóreas utilizadas na restauração da cobertura florestal ripária do Rio Uruguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Hüller

    2009-04-01

    Full Text Available Silvicultural and ecological knowledge about tree species is basic to restoration planning, particularly in high diversity regions. Here we present a comparison of four native tree species from the middle Uruguay River basin, Brazil-Argentine frontier: Heliocarpus americanus L. (Malvaceae, Maclura tinctoria (L. D. Don ex Steud. (Moraceae, Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae and Cordia trichotoma (Vell. Arrab. ex Steud. (Boraginaceae. We obtained data on initial growth, light interception, litterfall and litter mineral contents. H. americanus presented the greatest height and the lowest value of height/crown width ratio. H. americanus and M. tinctoria presented the highest light interception rate (>94 % and highest litterfall (879 ± 151 and 792 ± 164 g·m-2·year-1, respectively. For the set of species, the lowest litterfall occurred between July and September. H. americanus presented the highest K concentration (1.13% in the litter, while C. trichotoma had the highest values of Ca and Mg (6.35 and 2.02 %, respectively. S. terebinthifolius had the lowest light interception rate and litter mineral content.O conhecimento silvicultural e ecológico sobre as espécies arbóreas são fundamentais para o planejamento da restauração ecológica em áreas de alta diversidade. Este estudo apresenta uma comparação entre quatro espécies arbóreas nativas da porção média da bacia do rio Uruguai: Heliocarpus americanus L. (Malvaceae, Maclura tinctoria (L. D. Don ex Steud. (Moraceae, Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae e Cordia trichotoma (Vell. Arrab. ex Steud. (Boraginaceae. Foram obtidos dados sobre o crescimento inicial, a interceptação de luz, a produção de serapilheira e o seu conteúdo mineral. H. americanus apresentou maior crescimento em altura e menor razão entre altura e largura de copa. H. americanus e M. tinctoria tiveram a maior interceptação da luz solar (> 94% e a maior produção de serapilheira (879 ± 151

  16. Diagnóstico físico-ambiental como subsídio a identificação de áreas vulneráveis à erosão na bacia hidrográfica do Ribeirão do Espírito Santo, Juiz de Fora (MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian Gemiliano Pinto

    2014-10-01

    Full Text Available Um diagnóstico físico-ambiental pode auxiliar no entendimento dos mecanismos que atuam nas áreas naturais e antropizadas, permitindo orientar as atividades a serem desenvolvidas, de maneira a subsidiar ações preservacionistas e conservacionistas, evitandose intervenções irreversíveis e conservando os recursos naturais da região. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi estudar a Bacia Hidrográfica do Ribeirão do Espírito Santo (BHRES, em Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, através de um diagnóstico físico ambiental para identificação da vulnerabilidade à erosão superficial, utilizando como ferramentas parâmetros morfométricos, declividade do terreno, uso/cobertura do solo e tipo de solo na região. Apesar de a BHRES ser eminentemente rural, suas características morfométricas, declividade, uso/cobertura e tipo de solo indicam alta vulnerabilidade à erosão superficial, demandando que se adotem ações mitigadoras para preservação das áreas de regeneração da vegetação arbórea, bem como planejamento do manejo de plantações florestais e pastagens, de forma a conservar os corpos hídricos, controlar o crescimento da silvicultura na região, minimizar áreas de solo exposto e gerenciar o crescimento urbano e industrial, uma vez que esta bacia abriga um dos mais importantes mananciais de abastecimento de Juiz de Fora.

  17. Fotointerpretação de padrões de drenagem de bacias hidrográficas na caracterização de solos desenvolvidos de rochas eruptivas básicas no estado do Paraná Drainage pattern photointerpretation in the characterization of soils developed from basaltic rocks in the state of Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.A.M. Demattê

    1995-12-01

    Full Text Available Utilizando fotografias aéreas na escala 1:25.000, o presente trabalho teve por objetivo caracterizar os padrões da rede de drenagem, a partir de bacias hidrográficas de 3ª ordem de ramificação, em três regiões de solos desenvolvidos de rochas eruptivas básicas no Estado do Paraná. As unidades de mapeamento são: brunizem avermelhado+litossolos associados, terra roxa estruturada e latossolo roxo. A densidade de drenagem, freqüência de rios e a razão de textura média foram as propriedades mais significativas na separação dos solos das áreas, permitindo também constatar variações de drenagem dentro de uma mesma unidade de solo. Pelo teste de semelhança geométrica foi possível obter "grupos" de bacias representativas de uma mesma unidade de mapeamento. Há estreita correlação entre densidade de drenagem e índices de intemperismo dos solos.Aerial photographs in the scale of 1:25.000 were used to study the drainage network and its Quantitative and descriptive characteristics in 3 areas located in Paraná , for soils developed from basaltic rocks. The soil mapping units were the following: reddish brunizen or an argiudoll, terra roxa estruturada or a rodudalf and "roxo" latosol or an acrortox. The drainage density, river frequency and texture ratio, in watersheds were the best index for characterizing the soil unit. Also, they were useful in the separation of watersheds with inclusion of different soils. By using the geometric test, it was possible to obtain "groups" of watersheds representatives of the same soil. There was a close correlation between drainage density and weathering index, for soils developed from basaltic rocks.

  18. Fatores determinantes da qualidade das águas superficiais na bacia do Alto Acaraú, Ceará, Brasil Assessment of the surface water quality in the upland of Acaraú watershed, Ceará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Maia de Andrade

    2007-12-01

    Full Text Available Análise Fatorial/Análise da Componente Principal (AF/ACP foram empregadas com o objetivo de identificar os fatores determinantes (naturais e antrópicos da qualidade das águas superficiais na bacia do Alto Acaraú, Ceará. Realizaram-se coletas trimestrais, no período de fev/2003 a mar/2004, em seis pontos localizados nas áreas de influência urbana e de drenagem de perímetros irrigados. Foram analisados os parâmetros pH, temperatura, cor, turbidez, nitrato, amônia total, amônia livre, amônia ionizada, sódio, cloretos, potássio, sulfato, dureza, cálcio, magnésio, alcalinidade total, alcalinidade do bicarbonato, condutividade elétrica, sólidos suspensos, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, fósforo total, ortofosfato solúvel, clorofila "A", coliformes totais e coliformes termotolerantes. Através das técnicas de estatística multivariada, AF/ACP, foram selecionadas as variáveis que explicavam o maior percentual da variância total dos dados. Três componentes são responsáveis pela estrutura da qualidade das águas explicando 88% da variância total. O modelo mostrou que o primeiro fator (39,81% da variância expressou-se como um componente mineral. O segundo, explicando 29,22% da variância, apresentou-se como um componente de nutrientes. No terceiro fator (19,16% da variância, identificou-se como um componente de escoamento superficial das áreas agrícolas e clima. A rotação dos fatores, os parâmetros indicadores da qualidade das águas estão, principalmente, relacionados com a solubilidade dos sais (natural, com nutrientes e transporte de sedimentos (ação antrópica.Factor analysis/Principal Component Analysis (FA/PCA were applied to the data set on water quality in upper Acaraú River basin (Brazil to study the effects caused by human activities on water. Variables were measured at six key sampling sites (villages and agricultural areas in four campaigns from February/2003 to March/2004. The

  19. Avaliação de características morfométricas na relação solo-superfície da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico, Jaboticabal (SP)

    OpenAIRE

    Pissarra,T. C. T.; Politano,W.; Ferraudo,A. S.

    2004-01-01

    Com a análise das características morfométricas procura-se entender a relação solo-superfície, em decorrência dos processos erosivos sobre estruturas e litologias variadas. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as características morfométricas do padrão de drenagem e do relevo em microbacias hidrográficas de 2ª ordem de magnitude, em Latossolo Vermelho-Escuro e Argissolo Vermelho-Amarelo, com vistas ao planejamento agroambiental da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico, município de Jaboticabal, ...

  20. ANÁLISE FÍSICO-FUNCIONAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO SAMAMBAIA/GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Ferreira Da Silva

    2016-08-01

    Full Text Available As características físicas de uma bacia hidrográfica compõem um importante grupo de fatores que influenciam no escoamento superficial e nas propriedades de uma bacia. Partindo disto, esse trabalho realiza uma abordagem sob os efeitos relacionados a cada uma dessas características morfométricas, tendo como área de estudo a Bacia Hidrográfica do Córrego Samambaia, localizada no município de Goiânia – GO. Atualmente a bacia é considerada rural entre tanto, nos últimos anos vem apresentando rápido processo de urbanização. As análises morfométricas foram realizadas por meio do modelo digital de elevação (MDE no Arcgis, após execução do procedimento do MDE calculou as características físicas da bacia como da área de drenagem que foi 33,40km² o perímetro da bacia de 28,97km. Dessa forma foi possível constatar que área estudada possui uma forma alongada, com densidade de drenagem baixa e uma das importantes informações e seu baixo nível de propensão a picos de enchentes. O estudo evidência a importância do conhecimento a cerca das caraterísticas físico-funcionais de uma bacia principalmente na questão de planejamento dos recursos hídricos, levando em consideração a importância do levantamento desses parâmetros utilizando as ferramentas de SIG que simplificam os procedimentos de compilação dos dados utilizados.

  1. Características microclimáticas de primavera-verão, no Horto Florestal (São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena de A Mello

    1987-12-01

    Full Text Available O Horto Florestal de São Paulo localiza-se ao norte da cidade de São Paulo, nos primeiros contrafortes da Serra da Cantareira e faz divisa com a reserva florestal situada nessa serra. O embasamento geológico corresponde ao Pré-Cambriano, aí representado por granitos. Os solos são basicamente Podzólicos vermelho-amarelo, intergrade para o Latossolo vermelho-amarelo. A área era coberta por floresta latifoliada tropical de planalto. No setor norte ainda existe uma ampla mancha florestal. Na área abrangida por esse Horto, foi desenvolvido um estudo procurando caracterizar o comportamento microclimatico, no decorrer da primavera-verão, em função de alguns aspectos da topografia e dos vários povoamentos vegetais. Notou-se que existe uma diversidade microclimática que se evidencia ora pela variação das condições térmicas, ora pela variação da umidade.The Horto Florestal lies within the Cantareira Mountain Range in the north of São Paulo city, bordering a forest reserve. Geologically, precambrian rocks occurs in its area. The soil are mainly Podsols red-yellow intergrading to Latosols red-yellow. The highland tropical forest covered the area and still appears in the adjacent forest reserve. The purpose of the present research is to understand Horto Florestal microclimate, during the spring-summer, and its relation to topography and vegetation. A microclimate diversification related either to temperature or humidity was recognized.

  2. ANÁLISE MORFOESTRUTURAL DA BACIA DO RIBEIRÃO ÁGUA DAS ANTAS – PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Bueno Vargas

    2015-09-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do ribeirão Água das Antas localiza-se no centro norte do estado do Paraná, tendo seu maior domínio do município de Grandes Rios, na transição do Segundo para o Terceiro Planalto Paranaense. Está modelada sobre as litoestruturas das Formações Rio do Rasto, Pirambóia, Botucatu e Serra Geral da Bacia Sedimentar do Paraná. No presente artigo são identificadas e interpretadas as anomalias de drenagem na referida bacia, a partir da aplicação de índices morfométricos e de técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento para a confecção de anomalias da área de estudo. As anomalias de drenagem correspondem a anormalidades ou irregularidades decorrentes principalmente de processos morfoestruturais e morfotectônicos. Os índices morfométricos utilizados, como fator de assimetria da bacia, fator de simetria topográfico transversal e relação declividade-extensão, apresentaram dados satisfatórios, com a identificação de alto índice de assimetrias na bacia. Por meio da fotointerpretação foram identificados curvaturas anômalas, segmentos retilíneos, erosões ativas, zona de abandono de drenagem, drenagens radiais e sub-radiais e tendência de migração do canal, as quais são consideradas anomalias. Devido à forte assimetria do canal, a bacia do ribeirão Água das Antas foi analisada à luz de zonas morfoestruturais, geradas pelo desnivelamento de blocos de falhas, sendo possível verificar a atuação da tectônica recente que afetou a rede de drenagem.

  3. USO DE ECTOMICORRIZAS NA BIORREMEDIAÇÃO FLORESTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro Boson de Castro Faria

    2017-01-01

    Full Text Available This article presents an overview of the aspects of mycorrhizas and their use in forest species and bioremediation. The information gathered from the literature had already indicated that ectomycorrhizal fungi may be very important to stimulate the growth of seedlings and trees. As for bioremediation, these fungi are promising in the ability to degrade pollutants in contaminated soils. In this sense, the benefits and uses of these microorganisms, and the characteristics of ectomycorrhizae (ECM are presented herein, which are promising for use in these processes. Also, information on the potential use of ECM for the remediation of persistent organic pollutants and heavy metals is presented, as well as some results already searched. It is shown that internationally, the focus of the research on mycorrhizae has occurred with new perspectives, beyond the conventional use to stimulate plant growth.

  4. Tempo e Espaço Guarani: um estudo acerca da ocupação, cronologia e dinâmica de movimentação pré-colonial na Bacia do Rio Taquari/Antas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Schneider

    Full Text Available Resumo Neste artigo foram analisadas as relações espaciais e temporais da ocupação Guarani pré-colonial na Bacia do Rio Taquari/Antas a partir da delimitação do perímetro da ocupação e seu estabelecimento na paisagem, da cronologia intrasítio e regional e de discussões referentes às movimentações espaciais. A partir dos resultados foram mapeados 121 sítios Guarani na porção centro-sul da Bacia, em um perímetro de várzeas que circundou as terras altas do Planalto das Araucárias, demonstrando tratar-se de uma ocupação regional longa, entre os séculos XIV e XVIII. O estabelecimento teria ocorrido a partir da conexão entre o Rio Jacuí e o Rio Taquari/Antas, em uma expansão compulsória do sul para o norte, observando-se assentamentos contemporâneos em todo o perímetro e sítios com fatores de alta permanência. Tal dinâmica justificar-se-ia a partir de um controle consciente do ambiente, permitindo, por um lado, a manutenção das aldeias, e, por outro, o crescimento demográfico e novas expansões. Além da motivação demográfica, inferiu-se a possibilidade de que os limites da ocupação Guarani na região tenham sido estabelecidos de forma igualmente consciente a partir de um pulso de expansão inicial e posterior estabilidade, configurando-se a ocupação compulsória como uma estratégia de manutenção política do território.

  5. Composição faunística de insetos predadores em fragmento florestal e em área de hortaliças na região de Jaboticabal, Estado de São Paulo - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2015 Faunal composition of predator insects in forest fragment and area of vegetables in Jaboticabal region, state of São Paulo, Brazil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Kenji Sakemi

    2003-04-01

    Full Text Available Efetuou-se um levantamento populacional em área de fragmento florestal e em área de hortaliças, entre novembro de 1996 a fevereiro/1998, visando determinar as espécies de insetos predadores e a influência de fatores abióticos. A amostragem foi efetuada semanalmente por meio de armadilha luminosa, aplicando-se aos resultados análise faunística e correlação simples com temperatura, umidade relativa e precipitação. No fragmento florestal foi observado maior semelhança na abundância de espécies do que na área de hortaliças, mas neste hábitat capturou-se maior número de indivíduos (95%. As espécies Metius sp., Polpochila impressifrons (Dej., Eulissus sp. e Doru sp. foram predominantes nas duas áreas, evidenciando a importância dessas espécies como predadoras de pragas de hortaliças. Arthrostictus speciosus (Dej. e Leptotrachelus sp. predominaram no fragmento florestal, o mesmo ocorrendo com Paederus sp. na área de hortaliças. Esta espécie deve preferir locais abertos e quentes, enquanto A. speciosus e Leptotrachelus sp. podem estar melhor adaptadas para locais escuros e úmidos de florestasA population survey was carried out in a forest fragment and in an area of vegetables, from November/1996 to February/1998, aiming to determine the predator insect species and the influence of abiotic factors. The samples were taken weekly by light traps. The results were evaluated using faunistic analysis and simple correlation with temperature, relative humidity and rainfall. In the forest fragment higher similarity in the abundance of species was observed comparing to the area of vegetables, but the largest number of captured individuals (95% occurred in this last habitat. Metius sp., Polpochila impressifrons (Dej., Eulissus sp. and Doru sp. were predominant species in both areas, evidencing they may play an important role as pest predators in areas of vegetables. Arthrostictus speciosus (Dej. and Leptotrachelus sp. predominated in

  6. Estratigrafia e Evolução Geológica da Parte Oriental da Bacia Bauru (Ks, Brasil)

    OpenAIRE

    Luiz Alberto Fernandes

    1998-01-01

    A Bacia Bauru formou-se no Cretáceo Superior (Coniaciano-Maastrichtiano), por subsidência termo-mecânica, na parte centro-sul da Plataforma Sul-Americana. Esta bacia, continental interior, acumulou uma seqüência sedimentar essencialmente arenosa (atualmente com espessura máxima de quase 300 m), que ocorre em área de cerca 370.000 km². Tem por substrato rochas vulcânicas da Fm. Serra Geral (Ki), sobretudo basaltos, da qual é separada por superfície erosiva regional. A área investigada correspo...

  7. BALANÇO HÍDRICO DA BACIA DO RIO BARIGÜI, PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heinz Dieter FILL

    2005-11-01

    Full Text Available O presente trabalho estabelece o balanço hídrico mensal da bacia do rio Barigüi para o período de 1985 a 2000, determinando para cada mês o armazenamento ativo de água na bacia. Foi utilizado um método de ajuste de evapotranspiração calculado com dados meteorológicos observados fora da bacia em análise. Para a evapotranspiração utilizaram-se estimativas médias de longo prazo da diferença entre precipitação e deflúvio, que foram ajustadas adotando a proporcionalidade entre armazenamento na bacia e evapotranspiração real. A contribuição do despejo de esgoto doméstico foi estimada a partir de dados demográficos sobre a população residente na bacia. Os fluxos de água subterrânea para dentro e fora da bacia foram desprezados. Os resultados obtidos foram coerentes com estudos similares realizados na mesma região e mostram uma precipitação média no período de 1.251 mm e um deflúvio médio de 751 mm com um coeficiente de escoamento médio de 0,50. Water balance of the Barigüi river basin in Paraná State - Brazil Abstract This paper consolidates the water balance of the Barigui River in the Metropolitan Area of Curitiba for the period of time 1985-2000, defining for each month the watershed storage. It is proposed an evapotranspiration approximation based upon meteorological data measured close to the watershed. Evapotranspiration is estimated using long term averages of the differences between precipitation and streamflow data adjusted by assuming that storage and real evapotranspiration are proportional. The sewage contribution was estimated by watershed demographic data. The results are consistent with similar studies and show an average precipitation amplitude of 1251 mm and streamflow of 751 mm over the period analyzed.

  8. ANÁLISE DAS AÇÕES DO POLO DE EXCELÊNCIA EM FLORESTAS PARA A INOVAÇÃO E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A O SETOR FLORESTAL EM MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Luísa da Costa Lage

    2016-06-01

    Full Text Available A inovação tecnológica assume destaque por manifestar-se como a mais importante força do crescimento econômico. O objetivo deste estudo foi compreender as ações realizadas pelo Polo de Excelência em Florestas em busca da inovação no setor florestal de Minas Gerais. A teoria utilizada discorre sobre o Sistema de Inovação e a Hélice Tríplice, como fundamento para a articulação entre governo, universidade e setor privado na promoção da inovação. Trata-se de uma pesquisa descritiva realizada por meio de análise documental, observação e entrevistas semiestruturadas. Utilizou-se o modelo de processo de inovação de Bessant e Tidd (2009 para analisar em que níveis se concentravam as ações na busca pela inovação. Os resultados da pesquisa apontam que Polo de Excelência em Florestas desenvolveu, entre 2007 e 2013, essencialmente, projetos que buscam gerar inovação, em estágio primário, e quatro deles em estágio de seleção da inovação, em estágio secundário. Destaca-se o projeto Sistema de Informação Florestal, responsável pela criação do Centro de Inteligência Florestal (CIFlorestas, da Biblioteca Virtual Florestal e do Bureau de Inteligência Florestal, como resultados dos esforços do Polo em se tornar referência no setor florestal

  9. Ecotoxicologia do agrotóxico fipronil em pacu (Piaractus mesopotamicus Holmerg) e paulistinha (Danio rerio) e resíduos de agrotóxicos na bacia do rio Corumbataí

    OpenAIRE

    Ana Lucia Cella

    2009-01-01

    A bacia do Corumbataí apesar de seu estado considerável de preservação, no que diz respeito à quantidade e qualidade das águas, merece grande atenção visto que abastece os municípios de Piracicaba, Santa Gertrudes, Rio Claro, Corumbataí e Analândia e recebe descargas de esgoto doméstico e industrial de 7 municípios a montante (Analândia, Corumbataí, Ipeúna, Itirapina, Santa Gertrudes, Rio Claro e Charqueada). Além do que, é expressivo o uso intensivo dos solos desses municípios para o cultivo...

  10. O Rio São Francisco – Aspectos Geo-Humanos da Bacia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armely Theresinha Maricato

    2014-05-01

    Full Text Available Trabalho foi desenvolvido durante a disciplina “Geografia do Brasil”, do curso de Geografia e História da PUCRS, ministrada pelo professor General Amyr Borges Fortes. Dividido em: Relações fisiográficas; Estudo étnico e histórico do Homem; Ambiente social; Distribuição da propriedade rural na Bacia do São Francisco; Cidades; Cultura.

  11. Variabilidade espacial e temporal da precipitação pluvial na bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite-GO Spatial and temporal behavior of pluvial precipitation in the João Leite watershed, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo H. M. dos Santos

    2011-02-01

    Full Text Available A precipitação pluvial constitui-se na principal variável hidrológica de entrada do ciclo hidrológico e para conhecimento da variabilidade espacial e temporal como informação básica para estudos hidrológicos, manejo de bacias hidrográficas, gestão de recursos hídricos, dentre outros. Os recursos hídricos superficiais produzidos nessa bacia são essenciais ao desenvolvimento do eixo Goiânia-Anápolis-Brasília e, recentemente, com o aumento da demanda hídrica, tem sido relatados conflitos pelo uso da água. Dessa maneira, tem-se que o desenvolvimento de estudos hidrológicos visando ao melhor entendimento e aproveitamento dos recursos hídricos é estratégico para o desenvolvimento da região. Nesse sentido, objetivou-se com este estudo mapear a precipitação média mensal e anual na bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite, com o auxílio de técnicas geoestatísticas. Foram avaliados os modelos de semivariograma esférico, exponencial e gaussiano, ajustados pelo método dos mínimos quadrados ponderados, sendo que o modelo utilizado no mapeamento por krigagem foi o que apresentou o menor erro médio indicado pela validação cruzada. Foi constatado bom desempenho das técnicas geoestatísticas no mapeamento da precipitação média mensal e anual, indicado pelos pequenos erros encontrados, podendo-se destacar o modelo de semivariograma exponencial, que se sobressaiu na maioria dos eventos estudados.The pluvial precipitation is the main hydrology variable input in the hydrological cycle and the knowledge of their spatial and temporal behavior is basic material for hydrological studies, watershed and water resource management, among others. The surface water produced in this basin is essential to the development of the Axis Anápolis-Goiânia-Brasília and recently, with the increasing of water demand, it has been reported conflicts by the water use. Thus, it appears that the development of hydrological studies aimed for

  12. Estudo da dinâmica de macroalgas em flutuantes de duas comunidades ribeirinhas na bacia do Tarumã-Mirim (área rural de Manaus/AM por alunos do ensino fundamental / STUDY OF THE DYNAMICS OF FLOATING MACROALGAL IN TWO COMMUNITIES IN RIPARIAN BASIN TARUMÃ-MIRIM (RURAL AREA OF MANAUS / AM BY STUDENTS OF BASIC EDUCATION

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domitila Pascoaloto

    2010-05-01

    Full Text Available O presente estudo faz parte de um projeto voltado para Educação ambiental na bacia do Tarumã-Mirim. Em abril/2008 seis alunos do ensino fundamental acompanharam, por quinze dias, a presença de macroalgas em três flutuantes da comunidade Nossa Senhora de Fátima, a flutuação do nível do igarapé nesses flutuantes e a distância entre a sede da comunidade o porto principal. Também foi feito o levantamento das macroalgas na comunidade Nossa Senhora do Livramento. Macroalgas estiveram presentes em todos os locais, em ambas as comunidades. A distância entre a sede da comunidade e o flutuante principal variou 1,4 metros; a variação do nível de água no igarapé foi de 0,33 a 0,92 metros. As características químicas da água foram semelhantes (ácidas e pouco mineralizadas. Os alunos verificaram que a presença das macroalgas esteve mais relacionada com as características físicas dos locais (substrato estável e incidência de luz solar.

  13. Determinação de perdas de solo na bacia hidrográfica do córrego Ipiranga em Cidade Gaúcha, Estado do Paraná, com aplicação da Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS - DOI: 10.4025/actascitechnol.v27i1.1496

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Bueno do Prado

    2005-03-01

    Full Text Available Objetivando a predição das perdas de solo por erosão laminar na bacia do córrego Ipiranga no Município de Cidade Gaúcha, Estado do Paraná, foi empregada a Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS com o auxílio de técnicas de geoprocessamento. O ambiente SIG permitiu a completa integração entre os dados, a obtenção dos parâmetros da EUPS e o cálculo das perdas de solo anuais e sazonais, considerando-se os diferentes tipos de solos e de usos e ocupação na área. Os resultados obtidos associam as maiores perdas de solo às áreas cultivadas com cana-de-açúcar e mandioca (>20 ton.ha-1.no-1. A primavera é o período mais crítico para a erosão laminar enquanto que no outono são verificadas as taxas mais baixas de perdas de solo

  14. Caracterização hidroambiental da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ Enviromental characterization of Debossan river watershed, Nova Friburgo, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiany Araujo Cardoso

    2006-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar o comportamento hidrológico, o volume de entrada e saída de água da bacia hidrográfica do rio Debossan, onde se localiza uma importante estação de captação de água, administrada pela Concessionária de Águas e Esgotos de Nova Friburgo LTDA. (CAENF, inserida na Reserva Ecológica de Macaé de Cima, Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Para isso, foram obtidos dados de vazão e precipitação diários do período de janeiro de 2002 a dezembro de 2004. A partir desses dados, foram calculados alguns parâmetros hidrológicos, como vazão específica e deflúvio. A precipitação média observada nos três anos foi de 2.163 mm, sendo que os meses de dezembro/2002 e janeiro/2003 apresentaram os máximos valores. A vazão média anual no período foi de 0,86 m³/s, apresentando o mês de dezembro de 2002 com maior índice e setembro de 2004 com o menor. O balanço hídrico, em termos médios anuais nos três anos de medições, apresentou uma evapotranspiração de 1.923,04 mm, equivalendo a 88% da precipitação convencional. Pode-se dizer que o ecossistema florestal exerce efeito tamponante sobre a quantidade de água da bacia hidrográfica, mantendo uma grande vazão nos meses de menor pluviosidade. Ao analisar a relação entre a entrada de água na bacia, o uso atual do solo e a quantidade de água produzida, concluiu-se que uma bacia hidrográfica bem preservada tem fundamental importância na manutenção constante da vazão ao longo do ano, além da visível participação na qualidade da água.The objective of this work was to characterize the hydrological behavior and the volume of water entering and leaving the Debossan river watershed, where an important water captation plant is situated, managed by the Nova Friburgo Water and Sewage Treatment Company LTDA (CAENF, within the 'Macaé de Cima' Ecological Reserve, Nova Friburgo-RJ. Data of daily flow and precipitation were collected

  15. Processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais Process of implementation of florest certification in nacional furniture companies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laércio Antônio Gonçalves Jacovine

    2006-12-01

    Full Text Available O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais. Para a realização deste estudo, utilizaram-se dados secundários, obtidos do website do Conselho de Manejo Florestal (FSC do Brasil e dados primários, obtidos de questionários aplicado às empresas moveleiras que possuíam produtos certificados. Verificou-se que o tempo gasto no processo, na maioria dos casos, foi de menos de um ano, e os custos principais estiveram relacionados à preparação da empresa para a auditoria de certificação. Além disso, a maioria das empresas afirmou utilizar a logomarca FSC nos seus produtos certificados e não possuíam experiência com outros tipos de certificação (série ISO, por exemplo. Pelos resultados, pode-se concluir que o período de tempo gasto na implementação da certificação é considerado breve, além de os custos serem acessíveis para as empresas, no geral. Conclui-se, também, que possuir outro tipo de certificação não é fator determinante para que uma empresa da indústria moveleira busque a certificação de cadeia de custódia de seus produtos.The objective of the present study was to evaluate the process of implementation of forest certification in Brazilian furniture companies. Secondary data from the Forest Management Council website (FSC Brazil and primary data from questionnaires applied to furniture companies producing certified products were used. It was verified that the time spent on the process, in most cases, was less than one year, and the main costs were related with preparing the company for the certification audit. In addition, most companies declared that they use the FSC label in their products and have no experience with other types of certification (ISO series, for example. The results led to the conclusiom that the time spent in the implementation of the certification is considered short and the costs

  16. A conservationist approach on environmental diagnosis of ground use in the Iguatemi river basin, Mato Grosso do Sul State, Brazil=Enfoque conservacionista no diagnóstico ambiental do uso do solo na bacia do rio Iguatemi, Estado do Mato Grosso do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Gomes Souto

    2012-07-01

    Full Text Available Landscape Ecology is a contemporary approach in conservation studies in which, coupled to the development and use of GIS-based tools, provides new methods for the analysis of forest fragments. Based on these new approaches, the environmental assessment of ground use in the Iguatemi river basin Mato Grosso do Sul State, Brazil is provided through conservation-based flora and ecology aspects. A regional map of ground use with field-collected data using Rapid Ecological Assessment methodology and digital satellite images was prepared. AER analysis showed a highly impacted region featuring intense transformation in ground use with a conversion of 87% of native forest into grazing and agriculture land. The general situation is inconsistent with APA guidelines, the conservationist unit which operates in the river basin. PPAs’ recovery, erosion control and adjustment to current environmental regulations are mandatory.A Ecologia de Paisagem é uma abordagem atual nos estudos conservacionistas que, aliada ao desenvolvimento e uso de ferramentas baseadas em SIG, proporciona novas metodologias de análise de fragmentos florestais. Baseado nessas novas abordagens, o objetivo do estudo foi realizar o diagnóstico ambiental do uso do solo na bacia do rio Iguatemi, Estado do Mato Grosso do Sul, utilizando aspectos florísticos e ecológicos com um foco conservacionista. Pelos dados coletados, em campo utilizando metodologia da Avaliação Ecológica Rápida e imagens de satélite tratadas digitalmente, foi elaborado um mapa de uso do solo da região. A análise da AER indicou uma região intensamente antropizada com a conversão de 87% de floresta nativa em área de uso antrópico, como pastagem e agricultura. A situação geral não condiz com as diretrizes de uma APA, unidade de conservação na qual está inserida toda a bacia. Há necessidade de recuperação de APPs, controle de erosão e adequação quanto à legislação ambiental vigente.

  17. Determinação do comprimento ótimo de transectos para estimativa de necromassa florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Jeton Cardoso

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes comprimentos de transecto para determinação da necromassa florestal caída sobre o chão. Os dados são provenientes de transectos de 10 metros, medidos durante o teste de metodologia do Inventário Florestal Nacional na Amazônia, Cerrado e Caatinga, e no inventário em Santa Catarina, representando Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional Decidual. O comparativo do coeficiente de variação, para transectos de 10 a 150 m indica que as maiores alterações desse estimador ocorrem no intervalo de 10 até 50 m, estabilizando-se a partir deste comprimento. A adoção de transectos de 10 m nas tipologias avaliadas é recomendável, pois com este comprimento ocorre uma redução de 35% na distância total de caminhamento em relação aos transectos de 20 m, para obter o mesmo erro amostral.

  18. CONSTRUÇÃO DE SÉRIES TEMPORAIS DE EVAPOTRANSPIRAÇÃO REAL POR SENSORIAMENTO REMOTO USANDO REGRESSÃO LINEAR: ESTUDO DE CASO NA BACIA DO RIO PRETO –DF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Morris Scherer Warren

    2012-10-01

    Full Text Available Estimativas remotas de evapotranspiração real têm sido utilizadas no monitoramento do balanço hídrico de bacias hidrográficas. Diferentes métodos têm sido empregados para a estimativa da evapotranspiração por sensoriamento remoto, incluindo métodos de bases físicas que utilizam a equação de balanço de energia. Mas o processamento da equação de balanço de energia é complexo e operacionalmente não eficiente. O objetivo do presente artigo é apresentar um procedimento que utiliza regressão linear para estimar a evapotranspiração real em diferentes imagens do sensor Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS, tornando mais ágil a construção de uma série temporal de evapotranspiração. A utilização de regressão linear, conjuntamente com o emprego da equação de balanço de energia em uma imagem de referência, se mostrou um procedimento viável, com erro máximo de 6% em todas as imagens analisadas.

  19. Relevo e fertilidade do solo em diferentes estratos da cobertura vegetal na bacia hidrográfica da represa Vaca Brava, Areia, PB Landform and soil fertility in different strata of vegetative covering of Vaca Brava watershed, Areia - State of Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Clementino dos Santos

    2010-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado na Mesorregião do Agreste da Borborema, em uma área de 1.404 ha, correspondente à bacia hidrográfica da represa Vaca Brava, em Areia, PB. Para avaliar relevo e fertilidade do solo, 360 amostras simples de solo (0-20 cm dessa bacia hidrográfica, representando combinações de quatro usos do solo e cinco posições no relevo, foram analisadas. As propriedades químicas estudadas foram: carbono, nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e pH. Com relação às propriedades físicas, avaliaram-se a granulometria e densidade do solo. Pela análise descritiva, constatou-se que os dados de densidade do solo e pH foram os que menos variaram, enquanto o fósforo, potássio e magnésio apresentaram as maiores variações. As propriedades químicas e físicas mostraram-se influenciadas pelo uso do solo, com aumento nos teores no sentido agriculturafloresta. Entretanto, em relação ao fósforo disponível, a variabilidade ocorreu no sentido contrário.This study was conducted in the mesoregion of Agreste de Borborema, an area of 1404 ha corresponding to the Vaca Brava watershed - Areia City, State of Paraíba, Brazil. Three hundred and sixty soil samples (0-20 cm, representing combinations of four land uses and five positions in the relief were collected from the Vaca Brava watershed and its relationships were studied. The chemical components: carbon, nitrogen, phosphorus, potassium, calcium, magnesium, and pH were analyzed. Regarding physical properties, soil granulometry and density were analyzed. Descriptive analysis of soil density and pH showed the smallest variations. Phosphorus, potassium and magnesium presented the largest variations. Thus, chemical and physical properties revealed to be influenced by soil use, showing increasing values compared to agriculture-forest landforms, although available phosphorus presented opposite variation.

  20. DETERMINAÇÃO DO POTENCIAL NATURAL À EROSÃO LAMINAR NA BACIA DO RIO JACARÉ GUAÇÚ (SP - DETERMINATION OF NATURAL POTENTIAL FOR SOIL EROSION IN JACARÉ GUAÇÚ STREAM BASIN (SÃO PAULO STATE - BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vladimir Souza

    2017-04-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo determinar o potencial natural à erosão (PNE na bacia do rio Jacaré Guaçú (SP com base nos fatores físicos da Equação Universal de Perdas de Solos (EUPS. Dados pedológicos, de precipitação pluviométrica e de Sensoriamento Remoto foram usados para determinar as variáveis naturais do referido modelo, ou seja, erosividade das chuvas (fator R, erodibilidade dos solos (fator K, comprimento de rampa (fator L e declividade do terreno (fator S. Técnicas de Geoprocessamento desenvolvidas em Sistema de Informação Geográfica (SIG foram utilizadas para a estruturação e execução do modelo ambiental. Os resultados demonstram que o fator R da área de estudo varia entre 6392 e 8015 MJ.ha.mm-1.h-1.ano-1, o fator K está compreendido entre 0,0097 e 0,610 t.ha-1.MJ-1.mm-1 e o fator topográfico (LS predominante é menor que 4. Em relação ao PNE, dentre as classes definidas, destacam-se os locais classificados com alto, muito baixo, extremamente alto e muito alto potencial, com representatividade em mais de 90% da área de estudo. Os locais com PNE médio e baixo ocupam menos de 10% da bacia hidrográfica. Os resultados obtidos podem auxiliar no ordenamento territorial da área de estudo, sobretudo no que diz respeito ao gerenciamento e expansão das atividades agropecuárias. ABSTRACT This paper aims to determine the natural erosion potential in Jacaré Guaçú stream basin (São Paulo State - Brazil based in the physical factors of Universal Loss Soil Equation (ULSE. Pedological, rainfall and Remote Sensing data were used to define the natural variables of model, that is, rainfall erosivity (R factor, soil erodibility (K factor and topography (LS factor. Geoprocessing techniques developed in Geographic Information System (GIS were used to structure and execute the environmental model allowing determining areas with higher erosion risk. The results show that the areas classified as high, very low, extremely

  1. VARIAÇÕES DO NÍVEL RELATIVO DO MAR DURANTE O HOLOCENO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO UNA, REGIÃO DE CABO FRIO - RIO DE JANEIRO: ASPECTOS SEDIMENTOLÓGICOS, FACIOLÓGICOS E GEOCRONOLÓGICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Meneguci Cunha

    2017-03-01

    Full Text Available As Flutuações do nível do mar e mudanças climáticas durante o Holoceno foram importante para construção e evolução das paisagens sedimentares costeiras. As  variações do nível relativo do mar são identificadas através de indicadores geológicos, biológicos e arqueológicos. Objetiva-se identificar indicadores geológicos dessas variações na bacia hidrográfica do rio Una, região dos Lagos Fluminenses, Rio de Janeiro. Como procedimento metodológico elaborou-se seis perfis estratigráficos em diferentes pontos, envolvendo, análises sedimentológicas e faciológicos, combinadas, em todas as fases da pesquisa, a um controle sistemático de campo. Em laboratório elaborou-se tabelas de fácies sedimentares, contendo atributos referente a diagnose, cor, geometria, contato, estrutura sedimentar e conteúdo fossilífero. As idade obtidas ao radiocarbono variam entre 6330 a 4.800 cal anos A.P. Resultados sugerem que o processo sedimentar mais representativo em termos de conteúdo fossilífero foram deposições de conchas de moluscos no optimum climático holocênico, definido como periodo interglacial.  

  2. Modelagem hidrológica em microbacia hidrográfica parte I: aprimoramento do modelo HidroBacia Hydrologic modeling in a small watershed part I: improvement of the HidroBacia model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney S. Zanetti

    2009-08-01

    Full Text Available Testes preliminares realizados com o modelo hidrológico HidroBacia, indicaram desequilíbrio no seu balanço de massa, despertando a necessidade de estudos visando ao seu aperfeiçoamento; assim, o presente trabalho consistiu no aprimoramento do modelo HidroBacia a partir da localização e correção de falhas no código-fonte do seu programa computacional, essas falhas foram identificadas através da depuração do modelo durante simulações do hidrograma de escoamento superficial, utilizando-se dados de uma microbacia hidrográfica experimental. A principal causa relacionada com o desequilíbrio do balanço de massa do modelo, tinha referência com a solução das equações do modelo de ondas cinemáticas usado na propagação dos hidrogramas de escoamento superficial, cujo problema foi contornado pela substituição do algoritmo linear utilizado, Bras (1990, pelo algoritmo não-linear apresentado por Li et al. (1975. A partir desta modificação, considerada principal, e outras modificações implementadas, o balanço de massa do modelo HidroBacia foi ajustado e suas simulações passaram a gerar estimativas coerentes. Em virtude das alterações efetuadas, o HidroBacia evoluiu da versão 1.0 para a versão 1.1.In previous tests conducted by the HidroBacia hydrologic model, desequilibria in its mass balance was detected, thus showing the need for further studies for its improvement. This work consisted of improvement of the HidroBacia model by means of identification and correction of mistakes in its software source code. The mistakes were identified through adjustment during runoff hydrograph simulations using an experimental watershed data bank. The main factor, related to the mass balance desequilibria in the model, was correlated with the solution of the equations for the kinematic wave model used for propagation of the runoff hydrographs. This problem was corrected by the substitution of the linear algorithm used (Bras, 1990, by the

  3. Geoprocessamento e o modelo shift-share na análise das transformações do uso da terra em municípios da Bacia hidrográfica do rio Mogi-Guaçu (SP, 1979 a 2001

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Aparecida Procopio da Silva Scheer

    2009-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como foco de estudo detectar as transformações no uso da terra em municípios componentes da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi-Guaçu (SP entre 1979 e 2001. Ela foi dividida em três etapas. A primeira teve como objetivo a elaboração de um banco de dados de atributos com os resultados da aplicação do modelo Shift-Share sobre dados estatísticos coletados nos Anuários de Produção Agrícola Municipal – IBGE. A segunda etapa consistiu na elaboração de um banco de dados espaciais com a análise multitemporal do uso da terra para seis municípios componentes do CBH-Mogi (Barrinha, Dumont, Jaboticabal, Pitangueiras, Santa Lúcia e Sertãozinho por meio de imagens de satélite LANDSAT 2–MSS de 1981; LANDSAT 5-TM de 1990 e LANDSAT 7-ETM+ de 2001. Na terceira etapa foram realizadas a integração e comparação das duas metodologias de análise da mudança do uso da terra e da produção agrícola, sendo que os resultados evidenciaram que elas são complementares. Na área de estudo pôde-se notar que a expansão da produção agrícola ocorreu principalmente pela substituição dos cultivos agrícolas menos rentáveis pela cana-de-açúcar e também pelo uso mais intensivo da terra, conseqüência do avanço tecnológico no processo produtivo e de políticas governamentais.

  4. Comparison between hydrographically conditioned digital elevation models in the morphometric charaterization of watersheds Comparação de modelos digitais de elevação hidrograficamente condicionados na caracterização morfométrica de bacias hidrográficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo A. S. Guedes

    2012-10-01

    Full Text Available The aim of this study was to compare the hydrographically conditioned digital elevation models (HCDEMs generated from data of VNIR (Visible Near Infrared sensor of ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer, of SRTM (Shuttle Radar Topography Mission and topographical maps from IBGE in a scale of 1:50,000, processed in the Geographical Information System (GIS, aiming the morphometric characterization of watersheds. It was taken as basis the Sub-basin of São Bartolomeu River, obtaining morphometric characteristics from HCDEMs. Root Mean Square Error (RMSE and cross validation were the statistics indexes used to evaluate the quality of HCDEMs. The percentage differences in the morphometric parameters obtained from these three different data sets were less than 10%, except for the mean slope (21%. In general, it was observed a good agreement between HCDEMs generated from remote sensing data and IBGE maps. The result of HCDEM ASTER was slightly higher than that from HCDEM SRTM. The HCDEM ASTER was more accurate than the HCDEM SRTM in basins with high altitudes and rugged terrain, by presenting frequency altimetry nearest to HCDEM IBGE, considered standard in this study.O objetivo deste estudo foi comparar modelos digitais de elevação hidrograficamente condicionados (MDEHCs, gerados a partir de dados do sensor VNIR (Visible Near Infrared do ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer, da SRTM (Shuttle Radar Topography Mission e de cartas topográficas do IBGE na escala 1:50.000, processados em Sistema de Informações Geográficas (SIG, visando à caracterização morfométrica de bacias hidrográficas. A área de estudo selecionada foi a sub-bacia hidrográfica do Ribeirão São Bartolomeu, sendo obtidas as características morfométricas a partir dos MDEHCs. Aplicaram-se o índice estatístico Raiz do Erro Médio Quadrático (REMQ e a validação cruzada para avaliar a qualidade dos MDEHCs. A

  5. Análise de aspectos socioeconômicos e tecnológicos da agropecuária na Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu Social-economic analyse and technologic aspects of the agriculture at the Mogi Guaçu River Hydrographic Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianna S. Zibordi

    2006-08-01

    Full Text Available Atualmente, com a ocorrência de problemas ambientais e a necessidade de conservação e preservação, a gestão dos territórios de Bacias Hidrográficas apresenta extrema importância. O objetivo do trabalho é levantar e analisar dados socioeconômicos e tecnológicos da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu - SP, bem como fornecer subsídios para a gestão agropecuária, agrupando os municípios com características semelhantes para os dados levantados, o que poderá orientar ações conjuntas na gestão da Bacia Hidrográfica. Foram levantados dados primários e secundários, sendo utilizados os métodos da análise fatorial em componentes principais e da classificação automática hierárquica, bem como um Sistema de Informações Geográficas para representar os dados por meio de banco de dados georreferenciado. As principais características que contribuíram para o agrupamento dos municípios foram: área agrícola, presença efetiva de cultura semiperene nas unidades de produção agropecuária (upas, pecuária, concentração de upas com áreas de até 50 ha, número de tratores e valor total da produção agropecuária do município. Grupos relativamente homogêneos de municípios foram constituídos e, nesse sentido, reuniões de municípios com características e problemáticas similares podem ser efetuadas, buscando alternativas participativas e conjuntas para o desenvolvimento regional.Currently, owing to the occurrence of environmental problems, along with the need of environmental preservation, both the territory management of Hydrographic Basin and the conservation of natural resources have proven to have remarkable importance. Thus, the mean goal of the research is to raise and scrutinize social-economic and technologic data from the Mogi Guaçu River Hydrographic Basin (São Paulo, Brazil. The aim is to group municipalities with similar characteristics regarding the collected data, which may direct joint actions in the

  6. Classificação De Bacias De Drenagem Do Alto Jequitaí (Minas Gerais A Partir Da Análise De Principais Componentes E Análise De Grupos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Veloso Ribeiro Sodré

    2007-12-01

    Full Text Available Esse artigo objetiva aplicar a análise multivariada para a descrição e classificação dos dados morfométricos de bacias de drenagem. A metodologia pode ser subdividida em quatro etapas: (a elaboração do Modelo Digital de Terreno (MDT hidrologicamente correto, (b delimitação dos limites da bacia a partir do MDT de acordo com a ordem fluvial de Strahler, (c determinação dos atributos morfométricos da bacia de drenagem, e (d análise multivariada (análise fatorial e análise de grupos. A elaboração do MDT considerou os seguintes procedimentos: preenchimento de depressões, aprofundamento da rede de drenagem, direção de fluxo e determinação do fluxo acumulado. As medidas morfométricas das bacias incluíram nove fatores: elevação (média, ponto mais alto e mais baixo, amplitude de elevação (diferença entre o ponto mais alto e baixo na bacia, declividade, curvatura, área, perímetro e índice de circularidade. A análise multivariada foi utilizada para simplificar e organizar a grande quantidade de dados. Como resultados foram encontradas 1.773 bacias de primeira ordem fluvial. 536 de segunda ordem fluvial e 136 de terceira ordem fluvial. A ACP reduziu os atributos morfométricos das bacias de drenagem em três componentes principais, com alta percentagem da variância original. A análise de cluster aglutinou as bacias com padrões morfológicos similares. A classificação das bacias apresenta as unidades geomorfológicas com forte controle geológico.

  7. Caracterização fisiográfica da bacia hidrográfica do Alto Rio Jamanxim, Pará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Getulio Teixeira Batista

    2007-06-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou delimitar, codificar e caracterizar as sub-bacias formadoras da bacia hidrográfica do Alto Rio Jamanxim, assim como, quantificar as áreas desflorestadas e a extensão da malha viária em sua área de drenagem, para os anos de 1999 e 2005. Para o desenvolvimento do trabalho foram utilizados dados referentes às “ottobacias”, hidrografia, rodovias, modelo digital de elevação (MDE e quatro imagens do sensor Tematic Mapper do satélite Landsat-5 (TM/Landsat-5 dos anos de 1999 e 2005. Com base em um modelo hidrológico gerado a partir do Modelo Digital de Elevação (MDE da bacia, na escala de 1:250.000, foi delimitada sua área de drenagem, bem como calculados seus parâmetros hidrológicos. Como resultado foram delimitadas e caracterizadas nove ottobacias na área de estudo, codificadas até o nível 5 (44291 a 44299. Em relação às atividades antrópicas na área da bacia foram identificadas as áreas desflorestadas até os anos de 1999 (635km2, correspondentes a 11% da área da bacia e de 2005 (1.257km2 representando cerca de 21% da área total da bacia. Houve um incremento de desflorestamentos, entre as duas datas investigadas, de 622km2, ou seja, 98 % de aumento. Quanto à malha viária, foi mapeada uma extensão total de 1.685km até 1999 e de 3.638km até julho de 2005, o que representou um incremento de 116% na extensão das estradas abertas no período de 6 anos.

  8. Palinologia, Paleoflorística e Aspectos Paleoclimáticos de Sedimentos do Pleistoceno Tardio na Bacia Hidrográfica do Rio Guandu, Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shana Yuri Misum

    2014-01-01

    Full Text Available Por apresentarem grande diversidade morfológica, os grãos de pólen, especialmente os de angiospermas, podem ser usados para determinar sequências estratigráficas, estabelecer a relação entre regiões geograficamente separadas e reconstruir o paleoambiente. A partir da década de 1970, estudos palinológicos em sedimentos quaternários vêm sendo realizados no Brasil, documentando as mudanças da vegetação e as variações climáticas ocorridas ao longo deste período geológico. Análises palinológicas em sedimentos provenientes da bacia hidrográfica do rio Guandu estão sendo apresentadas com os objetivos de reconstituir a vegetação pretérita da área, compreender a sua evolução florística e realizar inferências paleoclimáticas durante Pleistoceno Tardio. Há décadas, a área vem sofrendo profundas mudanças fisionômicas devido às atividades extrativistas, caracterizadas pelo Distrito Areeiro de Piranema. As cavas submersas resultantes da mineração possibilitaram a coleta de um pacote sedimentar lamoso contendo matéria orgânica, ao longo de um perfil colunar, no Areal Santobaia. O depósito foi dividido em cinco níveis, todos submetidos à metodologia de tratamento químico proposta como padrão. As análises geocronológicas resultaram em um intervalo de tempo entre 42.500 e 35.200 ± 340 anos AP. Os dados palinológicos evidenciaram que, apesar do clima frio e mais seco que o atual, característico do período glacial, o nível de umidade se manteve o suficiente para o estabelecimento de uma vegetação durante todo o intervalo cronológico. Localmente, uma mata paludosa sujeita às eventuais inundações fluviais estava presente, além de uma vegetação mais seca de baixada, em áreas fora do alcance das enchentes. Não foram observados palinomorfos que indicassem a formação de um local permanentemente alagado. No contexto mais regional, está inserida uma mata de encosta com um registro polínico pouco

  9. Medidas de controle de erosão em estradas rurais na bacia do rio das pedras, Guarapuava-PR / Erosion control measures of rural roads in the Rio das Pedras basin, Guarapuava, Paraná (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina da Cunha, ,

    2013-04-01

    Full Text Available O traçado das estradas que cortam grande número de rios e a drenagem lateral nas estradas faz com que as águas cheguem rapidamente à rede de drenagem aumentando a vazão. Disso resulta grande produção de sedimentos haja vista que algumas estradas e caminhos internos não possuem dissipadores de energia. Portanto o presente trabalho teve por objetivo analisar e discutir o sistema viário das estradas rurais da bacia do Rio das Pedras, Guarapuava-PR e a construção de caixas de contenção como medida preventiva para dissipar energia e conseqüentemente a entrada de sedimentos nos canais fluviais. No estudo utilizou-se de dados cartográficos e de campo para mensurar as estradas rurais e as caixas de contenção. Por meio da análise dos resultados constatou-se que o número de caminhos internos supera as estradas principais, que em grande parte não possui dissipadores de energia, potencializando a entrada de sedimentos nos cursos d‘água. Em dez pontos selecionados aleatoriamente verificou-se 792 cruzamentos de estradas rurais e cursos d’água. Nas estradas rurais com caixas de contenção verificou-se que em torno de 70% destas encontravam-se inativas, havendo uma deterioração em média de 10% do total de caixas de contenção mensuradas a cada dois anos.

  10. Impactos das mudanças climáticas na demanda de irrigação da bananeira na Bacia do Jaguaribe Impact of climate change on irrigation requirement of banana in Jaguaribe river Basin, Ceará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens S. Gondim

    2011-06-01

    Full Text Available As mudanças climáticas têm potencial de alterar os processos do ciclo hidrológico, tais como precipitação, que afeta o escoamento superficial, temperatura e umidade relativa do ar devido à sua estreita relação com evaporação e vazão em corpos hídricos e evapotranspiração das plantas. O objetivo do presente trabalho foi analisar os impactos das mudanças climáticas na necessidade hídrica da cultura da bananeira, considerando-se cenários de mudanças climáticas em escala local, em nível de bacia hidrográfica (rio Jaguaribe, no trecho compreendido entre as barragens do Castanhão e de Itaiçaba. Um conjunto composto de uma baseline (climatologia de base do modelo de 1961-1990 e de projeções climáticas, foi processado. Os dados foram então extraídos considerando-se as coordenadas geográficas da região em estudo, com resolução de 0,44 x 0,44º, a fim de abranger toda a área. Estimou-se a evapotranspiração de referência (ETo através de dados da temperatura média mensal e se projetou uma elevação na necessidade hídrica bruta média anual para 2040 com relação às condições iniciais, de 1.989 mm para 2.536 mm e 2.491 mm (27,50 e 25,24% para os cenários A2 e B2, elaborados pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, respectivamente.Climate change has a potential to impact hydrologic cycle processes, such as rainfall, which affect run-off, temperature and air humidity that have relationship to evaporation over water bodies and plant evapotranspiration. The purpose of this study was to assess impacts of climate change on irrigation water demand of banana, at the river basin level (Jaguaribe river, between Castanhão and Itaiçaba Dams. A climate data set was generated by a climate model for 1961-90 (baseline and the future. The output climate data has been generated, considering a georreferenced coordenated system of the study area in a 0.44 x 0.44º resolution, generating spatial distribution output

  11. Combinação linear ponderada na definição de áreas prioritárias à conectividade entre fragmentos florestais em ambiente SIG Weighted linear combinationof a GIS environment in the definition of priority areas for connectivity among forest fragments

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Antônio da Conceição Sartori

    2012-12-01

    Full Text Available A fragmentação florestal de origem antrópica é um dos resultados do processo desordenado de uso e ocupação do solo, especialmente em paisagens intensamente cultivadas. Neste contexto, o presente trabalho objetivou definir áreas prioritárias, para favorecer a conectividade entre os fragmentos florestais, visando ações de recuperação florestal na Bacia do Rio Pardo, SP, utilizando a abordagem multicriterial denominada Combinação Linear Ponderada.Na definição dos critérios e, posteriormente, dos pesos de fatores, empregou-se a Técnica Participatória. Os fatores considerados importantes ao objetivo do trabalho foram: proximidade entre fragmentos de maior área nuclear, proximidade da cobertura florestal, proximidade da rede hidrográfica, distância aos centros urbanos, declividade, erodibilidade do solo. Considerando que as variáveis que interferem na escolha de áreas prioritárias à restauração florestal na Bacia do Rio Pardo-SP contribuem com pesos diferenciados no processo final de decisão, estabeleceu-se uma hierarquia, de acordo com a importância de cada fator para a aptidão da área. O fator de maior peso foi proximidade entre fragmentos de maior área nuclear (0,3713, seguido de proximidade da cobertura florestal (0,1911, proximidade da rede hidrográfica (0,1516, distância aos centros urbanos (0,1168, declividade (0,0840 e erodibilidade (0,0854.O resultado obtido foi um mapa de áreas prioritárias, com cinco graus de prioridade. A priorização de áreas ocorreu de maneira a promover, primeiro a união dos fragmentos de floresta com maior área nuclear e, a partir dessa união, a sucessiva expansão dessas regiões de prioridade muito alta tendendo a muito baixa. A metodologia mostrou-se adequada ao mapeamento de áreas prioritárias à restauração florestal, em bacias hidrográficas. Uma vez que fragmentos com maiores áreas nucleares sejam conectados com fragmentos pequenos, onde estes são predominantes na

  12. CARACTERIZAÇÃO E SUSCEPTIBILIDADE ECOLÓGICA DOS FRAGMENTOS FLORESTAIS NAS BACIAS DO RIBEIRÃO DOURADINHO E RIBEIRÃO ESTIVA - MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimar dos Reis de Souza

    2014-09-01

    Full Text Available Os fragmentos florestais estão sujeitos ao fenômeno conhecido como Efeito de Borda, que afeta a função ecológica dessas áreas em relação ao tamanho, formato do fragmento, matriz ao entorno e manejo das áreas de borda. Desse modo, este trabalho teve como principal objetivo discutir o grau de susceptibilidade ecológica dos fragmentos florestais das bacias do Ribeirão Douradinho e Estiva em Minas Gerais. O uso das imagens RapidEye permitiram o mapeamento das unidades de fragmentos existentes nas bacias. Sob a perspectiva da Ecometria da Paisagem, foram analisados para cada fragmento os índices: área, densidade, tamanho, borda, forma, proximidade entre os fragmentos e área central. Como conclusão do trabalho, verificou-se que o nível de fragmentação florestal é elevado, com 273 unidades, somando 76,35 km², menos de 1% da área das bacias. Os fragmentos foram agrupados em: muito pequeno 5 e 10 e 100 ha, com 15 unidades (5,5%. No geral, os fragmentos inclusos nas categorias muito pequeno e pequeno não possuem área sem influência do efeito de borda, o que dificulta a preservação da biodiversidade destes ecossistemas, ou seja, áreas susceptíveis a perda ecológica. O Ribeirão Panga, afluente do Ribeirão Douradinho, é o que possui maior índice de densidade e proximidade da distribuição dos fragmentos analisados. É também onde está localizada a Reserva de Preservação Permanente (RPPN da Universidade Federal de Uberlândia, que apresentou o maior índice de circularidade.

  13. Tendências temporais e espaciais da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, estado de Minas Gerais

    OpenAIRE

    Trindade, Ana Laura Cerqueira; Almeida, Katiane Cristina de Brito; Barbosa, Pedro Engler; Oliveira, Sílvia Maria Alves Corrêa

    2016-01-01

    RESUMO Este artigo apresenta uma análise da tendência temporal e espacial da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, inserida na bacia do Rio São Francisco, em Minas Gerais, Brasil. Foram analisados 16.625 dados coletados no período de 2002 a 2011 pelo programa de monitoramento de qualidade das águas superficiais efetuado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Testes estatísticos, multivariados e não paramétricos foram utilizados para avaliar 11 variáveis ...

  14. An epidemiological study of reproductive failure in dairy herds from Goiânia Estudo epidemiológico de problemas reprodutivos em rebanhos bovinos na bacia leiteira de Goiânia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.R.A. Andrade

    2005-12-01

    Full Text Available An epidemiological study was carried out on 2823 cows from 34 dairy herds from Goiania in the State of Goias-Brazil during 2001 to 2002. The pregnancy rate was 47.8%. In 1473 non-pregnant cows, causes of reproductive failure problems were sought. The most prevalent uterine infection was endometritis (17.0%. Uterine disorders such as partial hypoplasia of the genital system (0.04%, macerate fetus (0.01%, adhesion of ovaries (0.04%, stillbirth (0.04%, retained placenta (0.01%, cervix inflammation (0.6% and abortion (0.88% also were found. Uterine swabs were collected aseptically for microbiological culture. Gram positives cocci (41.3% and Gram negatives rods (52.6% were found, and Staphylococcus aureus and Escherichia coli were the most prevalent pathogens. Susceptibility patterns of microorganisms suggested the use of chloramphenicol, gentamicin and neomycin for antimicrobial therapy.No período de março 2001 a julho 2002 foram estudadas 2823 fêmeas bovinas, em idade de reprodução, mestiças das raças Holandesa e Gir, pertencentes a 34 propriedades da bacia leiteira de Goiânia. A taxa de prenhez foi 47,8%. Entre os animais não gestantes (n= 1473, 17% apresentaram alterações inflamatórias do útero. Outras anormalidades encontradas foram: aplasia parcial do sistema genital (0,04%, feto macerado (0,01%, ovário aderido (0,04%. Casos de natimortalidade (0,04%, retenção placentária (0,01% e cervicite (0,6% e taxas de abortos (0,88% também foram registrados. Cocos Gram positivos (41,3% e bastonetes Gram negativos (52,6% foram os microrganismos mais isolados, sendo Staphylococcus aureus e Escherichia coli os principais patógenos encontrados nas infeccções uterinas. Testes in vitro mostraram que esses microrganismos apresentaram maior susceptibilidade frente ao cloranfenicol, à gentamicina e à neomicina.

  15. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E SOCIOECONÔMICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO GONGOGI, BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amom Chrystian de Oliveira Teixeira

    2012-10-01

    Full Text Available Este trabalho caracterizou os aspectos ambientais, sociais, econômicos e a dinâmica de uso da terra da Bacia Hidrográfica do Rio Gongogi na Bahia, visando contribuir para o planejamento e gestão dos seus recursos naturais. Para isto, foram obtidos dados digitais dos mapas de solos, geomorfologia, geologia e climatologia da área de estudo junto a Superintendência de Estudos Sociais e Econômicos da Bahia (SEI. Para a caracterização socioeconômica e do uso da terra foram realizados levantamentos de dados secundários junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE e a SEI, referentes à estrutura fundiária (1998, produção de cacau dos municípios (1990-2010, uso da terra (1996-2006, efetivo bovino (1975-2010 e população (1970-2010. Foi possível verificar que o uso da terra predominante na bacia são as pastagens, mesmo nos municípios onde a economia se encontra baseada na atividade cacaueira. A Bacia Hidrográfica do Rio Gongogi apresenta uma concentração de terras ocasionada por um processo histórico de uso e ocupação do solo, causado tanto pela pecuária extensiva como pelo monocultivo do cacau. O município de Dário Meira se destaca na produção de cacau, enquanto que Ibicuí possui o maior efetivo bovino. Os usos da terra se correlacionam diretamente com as condições climáticas da bacia, pois, as áreas de cultivo cacaueiro ocorrem em clima mais úmido, enquanto as pastagens nas áreas de clima mais seco.

  16. Distribuição geográfica de pequenos mamíferos não voadores nas bacias dos rios Araguaia e Paraná, região centro-sul do Brasil Geographic distribution of small non-volant mammals in the Araguaia and Paraná basins, south-central region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton C. Cáceres

    2008-06-01

    Full Text Available Realizaram-se amostragens de pequenos mamíferos em duas bacias hidrográficas do Brasil central pertencentes aos rios Araguaia e Paraná com intuito de descrever a composição de espécies de pequenos mamíferos de hábito florestal e comparar suas distribuições geográficas. Quatorze pontos de coleta foram amostrados, subdivididos em oito na bacia do Rio Paraná e seis na bacia do Rio Araguaia. Foram registradas 20 espécies de pequenos mamíferos na região (oito de marsupiais e 12 de roedores, sendo 16 delas por meio de armadilhas metálicas (5.253 armadilhas-noite e oito delas por meio de armadilhas de queda (224 baldes-noite, totalizando 161 capturas de 139 indivíduos. A bacia do Rio Paraná apresentou 16 espécies (armadilhas-noite: 3.115; baldes-noite: 104 e a bacia do Araguaia apresentou 11 espécies (armadilhas-noite: 2.138; baldes-noite: 120, sendo que as riquezas foram similares quando aplicado o método da rarefação. Das 20 espécies registradas, sete (35% ocorreram em ambas as bacias. Apesar da elevada riqueza de espécies amostrada, destacou-se a elevada abundância do marsupial Didelphis albiventris Lund, 1840. As espécies de marsupiais amostradas foram D. albiventris, Caluromys philander (Linnaeus, 1758, Cryptonanus cf. agricolai Voss, Lunde & Jansa, 2005, Gracilinanus agilis (Burmeister, 1854, G. microtarsus (Wagner, 1842, Lutreolina crassicaudata (Desmarest, 1804, Marmosa murina (Linnaeus, 1758, e Philander opossum (Linnaeus, 1758. As espécies de roedores amostradas foram Akodon gr. cursor, Calomys tener (Winge, 1887, Nectomys rattus (Pelzen, 1883, N. squamipes (Brants, 1827, Oecomys bicolor (Tomes, 1860, Oryzomys maracajuensis Langguth & Bonvicino, 2002, Oryzomys cf. marinhus, O. megacephalus (Fischer, 1814, Oligoryzomys fornesi (Massoia, 1973, Oligoryzomys sp., Proechimys longicaudatus (Rengger, 1830 e P. roberti (Thomas, 1901. A ampliação da distribuição de algumas espécies é discutida, assim como aspectos

  17. Custo de produção, colheita e transporte de madeira de eucalipto proveniente do programa produtor florestal no sul do Espírito Santo

    OpenAIRE

    Silva, André Luiz Pinheiro da

    2012-01-01

    Com a finalidade de analisar a atividade de produção de madeira proveniente do Programa Produtor Florestal como alternativa econômica de investimento, foram coletados dados de custos de implantação de povoamentos de eucalipto, bem como os custos referentes à colheita e ao transporte. Os dados referentes às atividades e os respectivos custos das fases compreendidas na produção, além dos preços pagos por metro cúbico de madeira no ano de 2011, foram obtidos junto à empresa Fibria S.A., fomen...

  18. O valor econômico do carbono emitido pelo processo de desmatamento da Amazônia como instrumento de conservação florestal

    OpenAIRE

    Junior, Mariano Rua Lamarca

    2007-01-01

    Analisamos neste trabalho as causas de desmatamento da Amazônia Legal e a questão ambiental presente nas políticas públicas para a região, incluindo a Lei de Gestão de Florestas Públicas (Lei 11.284/06), sancionada com o objetivo de regulamentar a gestão de florestas públicas no Brasil e promover o desenvolvimento sustentável. Discutimos o problema do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) do Protocolo de Kyoto na questão da conservação florestal. Através de um cenário hip...

  19. ANÁLISE HISTÓRICA DAS TRANSFORMAÇÕES DA FLORESTA AMAZÔNICA EM ÁREAS AGRÍCOLAS NA BACIA DO RIO SUIA-MIÇU. - Historical Changes of the Amazonian Forest into Agricultural Lands in the Suia-Miçu River Basin.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Roberto Formaggio

    2008-06-01

    Full Text Available Mudanças no uso e cobertura da terra, como as ocorridas nas áreas de expansão agrícola na AmazôniaLegal, geram uma série de impactos sociais, econômicos e ambientais. O entendimento destes processospode permitir um melhor planejamento de políticas públicas a fim de monitorar e mapear áreas maissuscetíveis a problemas ambientais. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo analisar a dinâmicade ocupação da Bacia do Rio Suiá-Miçu, um dos afluentes do Rio Xingu localizado ao norte do estadodo Mato Grosso. Os mapas de uso e cobertura da terra para cada um dos períodos analisados (1973,1984 e 2005 foram confeccionados com o auxílio de imagens dos sensores MSS/Landsat-1, TM/Landsat-5 e do sensor MODIS/Terra. Os resultados mostraram que até 1984, 13% da vegetação natural dabacia havia sido desflorestada, enquanto que em 2005 as atividades agrícolas já ocupavam 40% daárea de estudo. Desta forma, tendo em vista as mudanças na paisagem observadas ao longo das últimasdécadas, torna-se notória a necessidade urgente de estudos mais aprofundados visando a avaliaçãodos impactos ambientais, bem como a preservação dos recursos naturais na regiãoLand use and land cover changes, as seen in the agricultural expansion areas in the Brazilian LegalAmazon, have as consequence several social, economic and environmental impacts. The understandingof these processes allows a better planning of public policies in order to monitor and map areas moresusceptible to environmental problems. Hence, this work had as objective to analyze the land use/landcover changes dynamics in the Suiá-Miçu River Basin, located in the north part of Mato Grosso state,Brazil. The land use/land cover maps for each of the analyzed periods (1973, 1984 and 2005 weremade using images from the MSS/Landsat-1, TM/Landsat-5 and the MODIS/Terra sensors. The resultsshowed that until 1984, 13% of the natural vegetation of the watershed was deforested, while in 2005the

  20. Efeito da pressão antrópica sobre igarapés na Reserva Florestal Adolpho Ducke, área de floresta na Amazônia Central Effect of the human pressure on the streams of the Adolpho Ducke Forest Reserve, a forest area in Central Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sávio José Filgueiras Ferreira

    2012-01-01

    Full Text Available Foram investigadas variáveis físico-químicas e químicas de ambientes aquáticos, em área de floresta primária de terra firme, próxima à área urbana, no município de Manaus. Os cursos de águas superficiais investigados drenam tanto área de floresta primária como urbanizada e, na região, são chamados igarapés. Dois desses igarapés têm suas nascentes na área urbana, adentram a área de floresta e lá se juntam. Ainda dentro da mesma área o igarapé resultante encontra-se com um outro que drena apenas área de floresta primária. Neste estudo foram pesquisadas as variáveis ambientais: pH, condutividade elétrica da água, os cátions (Na+, K+, Ca2+, Mg2+ e Fe2+ e material em suspensão. Foi possível observar diferenças significativas nas médias da concentração de íons hidrogênio, na condutividade elétrica e na quantidade de material em suspensão, entre os igarapés estudados. No igarapé cuja nascente encontra-se dentro da reserva, os valores médios correspondentes ao pH, condutividade elétrica e material em suspensão foram, respectivamente, 4,47; 6,44 mS cm-1 e 1,25 mg L-1; e os valores mais elevados registrados nos impactados foram 6,84, 141,50 mS cm-1 e 9,50 mg L-1. Os resultados mostram que o igarapé que drena área de floresta mantém suas características naturais por estar protegido das atividades antrópicas, e os que provêm da área urbana encontram-se impactados.Physicochemical and chemical variables from water environments were investigated in an area of upland primary forest, near an urban area, in the municipality of Manaus. The investigated surface water streams drain both primary forest and urbanized areas, and are called igarapés in the region. The headwaters of two of these streams are in the urban area, and they run to the forest area and join to make up another stream, and later are joined with another stream which headwaters are located inside the primary forest. This study encompassed the

  1. CLASSIFICAÇÃO GEOTÉCNICA DOS SOLOS DA BACIA DO RIO ALMADA - BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Barreto Franco

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo classificar pelo Sistema Unificado os solos da Bacia Hidrográfica do Rio Almada - BHRA, localizada na região Sul do Estado da Bahia. Para tanto, foram realizados ensaios de granulometria, limites de Atterberg e massa específica dos sólidos. Os resultados possibilitaram verificar que, solos com características diferentes do ponto de vista pedológico foram enquadrados em um mesmo universo pela classificação unificada, caracterizando-se pelo mesmo comportamento mecânico.

  2. Establishment and classification of dairy cow podal diseases at Itapecuru Mirim dairy basin, State of Mara tate Maranhão, Brazil Prevalência e classificação de afecções podais em fêmeas bovinas destinadas à produção de leite na bacia leiteira do município de Itapecuru Mirim-MA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Porfírio Candanedo Guerra

    2008-12-01

    Full Text Available The predominance and clinical classification of the hoof diseases was studied in dairy cows at Itapecuru Mirim dairy basin, MA. The observations were done during the visits to the milk farms previously registered. The animals were identified by individual questionnaires for detection of claudication. The animal with difficulty in the locomotion were contended for digit cleaning and subsequent evaluation, considering the affected podal area. Data were grouped and submitted to the statistical analysis. The predominance in cows was of 5.08% and exclusively among the lactating cows, of 17.50%. Higher frequency of females with hoof illnesses was detected from 3 to 7 years. Out of all hoof affections, the sole bump (17.12%, claw deformity (14.71%, sole ulcer (14.11% and heel erosion (12.61% were the most incident. The anatomical region of the digits more attacked was to sole (30.74%. The digits of the subsequent members were the most affected, mainly the lateral. The lateral digits of the subsequent members also presented higher frequency of outstanding/grave/grave with infection scores regarding the other digits. Injuries digital represent a problem of great importance and high prevalence in the properties of the basin milk Itapecuru Mirim and the environmental characteristics are decisive for establishing diagnosis and controlling diseases.Objetivou-se relatar a prevalência e classificar clinicamente as afecções podais em fêmeas bovinas destinadas à produção de leite na bacia leiteira do município de Itapecuru Mirim-MA. As observações foram realizadas durante visitas a propriedades leiteiras previamente cadastradas, registrando-se os animais em fichas individuais, avaliando-os posteriormente quanto à claudicação. Os bovinos portadores de lesões podais foram contidos para limpeza dos dígitos e posterior avaliação, considerando a região podal comprometida. Os dados foram agrupados e submetidos à análise estatística. A preval

  3. Relação entre uso do solo e comportamento hidrológico na Bacia Hidrográfica do Ribeirão João Leite Relationship between land use and hydrological behavior in the 'Ribeirão João Leite' watershed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo H. M. dos Santos

    2010-01-01

    Full Text Available O comportamento hidrológico de bacias hidrográficas decorre principalmente da variabilidade dos processos climáticos e do uso do solo. A Bacia do Ribeirão João Leite constitui-se no principal manancial de abastecimento de Goiânia e, recentemente, foram verificadas intensas modificações no uso do solo e disponibilidade de água. Neste contexto, teve-se como objetivo classificar o uso do solo entre 1979 e 2005 e realizar a associação do escoamento com o uso do solo e a variabilidade pluviométrica. Para isto, se utilizaram imagens Landsat dos anos de 1979, 1989, 1997 e 2005, além de dados fluviométricos e pluviométricos disponibilizados pela Agência Nacional de Águas (ANA. O uso do solo foi marcado pelo desmatamento de 17,8% da vegetação nativa, expansão das áreas de urbanização e agricultura em 6,6 e 15,2%, respectivamente, e pela expressiva área de pastagens. Constatou-se tendência de redução no escoamento explicada, em parte, pela redução do regime de chuvas; contudo, devido ao expressivo aumento da água captada e à ausência de registros históricos, houve dificuldade na associação qualitativa entre o escoamento e o uso do solo, apesar de serem gerados modelos por regressão linear com coeficientes de determinação (R² acima de 0,75.The hydrological behavior of watersheds derives mainly from climate variability and land use. The 'Ribeirão João Leite' watershed is the main sourse of water supply in Goiânia city, and recently intense modifications were observed in the land use and availability of water. In this context, this work proposes to classify the land use between 1979 and 2005 and establish the association of the runoff with the land use and climate variability. For this, Landsat images from the years 1979, 1989, 1997 and 2005 were used as well as flow and rainfall data provided by the Agência Nacional de Água (ANA. The land use was marked by 17.8% of deforestation, expansion of the urbanization and

  4. A dinâmica de Áreas de Preservação Permanente estipulada pelo Código Florestal

    OpenAIRE

    Carvalho, Alexandre Assis

    2013-01-01

    O Código Florestal brasileiro sofreu, desde sua primeira edição, na figura do Decreto nº 23.793, de 23 de janeiro de 1934, inúmeras modificações. No ano de 1965 foi transformado na Lei nº 4.771, de 15 de setembro, e atualmente tem corpo na Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Antes, tal lei vinha regulamentada pela Medida Provisória nº 571, de 25 de maio de 2012, na qual constavam modificações substanciais nas Áreas de Preservação Permanent...

  5. Detecção da Infraestrutura para Exploração Florestal em Rondônia Utilizando Dados de Sensoriamento Remoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ekena Rangel Pinagé

    Full Text Available RESUMOA infraestrutura para exploração florestal é fundamental nas atividades de exploração madeireira, mas responde por grande parte dos impactos ambientais dessa atividade. O presente estudo aplicou e testou cinco técnicas de processamento digital de imagens orbitais com três resoluções espaciais distintas para a detecção de estradas e pátios florestais construídos em áreas sob manejo florestal sustentável na Floresta Nacional do Jamari, estado de Rondônia. Os resultados mostraram que o NDVI e a Análise de componentes principais apresentaram a melhor acurácia global nas resoluções espaciais de 5 e 10 metros e na de 30 metros, respectivamente. De maneira geral, a acurácia do produtor para a classe de interesse não foi alta, alcançando no máximo 39,2%, e índice Kappa de 0,38. A baixa performance das técnicas de geoprocessamento utilizadas na detecção de florestas exploradas seletivamente está relacionada às alterações ocorridas no dossel da floresta manejada, pouco perceptíveis em imagens de satélite.

  6. ESTUDO DA EFICÁCIA “IN VITRO” DO AMITRAZ E DA DELTAMETRINA COMO CARRAPATICIDA NO CONTROLE DE Boophilus microplus (CANESTRINI, 1887 NA BACIA LEITEIRA DA MICRORREGIÃO DE GOIÂNIA - GOIÁS STUDY ON THE EFFICACY OF AMITRAZ AND DELTAMETHRIN AS ACARACIDES AGAINST Boophilus microplus (CAMESTRINI, 1887 IN THE DAIRY AREA OF GOIÂNIA - GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guido Fontgalland Coelho Linhares

    2007-09-01

    Full Text Available

    Para avaliar a eficácia antiixodídica do amitraz e da deltametrina sobre o Boophilus microplus na bacia leiteira da microrregião de Goiânia - Goiás, foram realizados testes in vitro por imersão de teleóginas, colhidas diretamente de bovinos da região. Os princípios ativos foram ensaiados na concentração de 250 ppm, através da avaliação da percentagem de inibição da reprodução (%INR. Entre eles o amitraz apresentou a melhor eficácia, com valor de 97,11%, estando acima do valor mínimo exigido pelo Ministério da Agricultura para produtos carrapaticidas. A deltametrina apresentou o valor de 70,86%, revelando uma eficácia insatisfatória.

    PALAVRAS-CHAVE: Boophilus microplus; carrapaticida; amidinas; piretróides; bovinos.

    The efficacy of amitraz and deltamethrin as acaricides against Boophilus microplus (Canestrini, 1887 was evaluated through an in vitro immersion test using engorged female ticks collected in the dairy area of the microrregion of Goiânia, State of Goiás. The effectiveness of the experimental compounds, on concentrations of 250 ppm, was determined by the effect as measured in percentages of inhibited reproduction (%INR after treatments of the ticks with liquid formulations. The results were: amitraz showed the best efficacy with a percentage of inhibited reproduction (%ITR of 97.11%; for deltamethrin such value was 70.86%, which was considered very low to be used as an acaricide.

    KEY-WORDS: Boophilus microplus; acaricides; amidines; pyrethroids; cattle.

  7. Elementos traço na água e em vísceras de peixes da Bacia Hidrográfica Butuí-Icamaquã, Rio Grande do Sul, Brasil Trace elements in water and viscera of fish from Butuí-Icamaquã Basin, Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos Porto

    2009-12-01

    Full Text Available Metais pesados, também denominados elementos traço, podem ser essenciais ao metabolismo de organismos vivos, e, ao mesmo tempo, dependendo de suas concentrações, altamente tóxicos. Com o objetivo de investigar a toxicidade da água da Bacia dos Rios Butuí-Icamaquã, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, foram analisados, através de espectrofotômetro de absorção atômica, os teores de alumínio, cádmio, chumbo, cobre, cromo, manganês, níquel e zinco em vísceras abdominais de peixes, coletados, entre junho de 2007 e fevereiro de 2008, em pontos determinados nos rios Butuí, Icamaquã e Uruguai. Mostraram-se acima do nível considerado seguro para consumo humano: alumínio, cádmio, manganês e níquel e teores próximos aos limites legais foram encontrados para cobre e cromo. A análise simultânea de amostras da água coletadas nos mesmos locais acusou em espectrofotômetro de luz visível, níveis superiores aos limites legais de bromo, chumbo, cianeto, cobre, cromato, fenóis, fosfato, manganês e sulfeto. Estes elementos, em tais concentrações na água e nos peixes, podem comprometer o ecossistema ou representar riscos à saúde humana.Heavy metals, also called trace elements, may be essential to the metabolism of living organisms, and at the same time, depending on their concentrations, highly toxic. With the objective to investigate the toxicity of water of the Butuí-Icamaquã Rivers Basin on the border west of Rio Grande do Sul, were analyzed by atomic absorption spectrophotometer, the contents of aluminum, cadmium, chromium, copper, lead, manganese, nickel and zinc in abdominal viscera of fish, collected between June 2007 and February 2008, at selected points in Butuí, Icamaquã and Uruguai rivers. Aluminum, cadmium, manganese and nickel were above the levels considered safe for human consumption and levels near the legal limit were found for chrome and copper. The simultaneous analysis of water samples collected in

  8. Análise da Influência do Uso e Ocupação do Solo na Qualidade da Água de Duas Sub-Bacias Hidrográficas do Município de Caxias do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Cornelli

    2016-04-01

    Full Text Available O uso e ocupação do solo podem influenciar diretamente na qualidade e na disponibilidade dos recursos hídricos, seja pela urbanização acelerada, pela supressão da vegetação ou uso agrícola. Os impactos podem variar em função do uso, aporte de carga orgânica, nutrientes, contaminantes metálicos e o arraste de sedimentos comprometendo a qualidade e o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos. Este trabalho objetivou avaliar a influência do uso e ocupação dos solos sobre a qualidade da água das bacias hidrográficas dos Rios Piaí e Tega, em Caxias do Sul-RS. Avaliou-se para tal os Índices de Qualidade da Água (IQA e de Toxicidade (IT em 5 pontos do Rio Piaí (P1 a P5 e em 12 do Rio Tega (T1 a T12. Foram realizadas 12 campanhas entre setembro/2012 a julho/2014. Para o desenvolvimento dos mapas de uso e ocupação dos solos, foram utilizadas imagens de satélite LANDSAT 8 aliadas à classificação supervisionada com o algoritmo Máxima Verossimilhança Gaussiana e digitalização em tela em pontos de conflito. Para a classificação dos mapas foram definidas 7 classes de uso, sendo: mata nativa, campo, silvicultura, agricultura, solo exposto, área urbana e lâmina d’água. Concluiu-se que a baixa qualidade da água de pontos como P3 e P4 do Rio Piaí e dos pontos T1 a T9 do Rio Tega é reflexo do uso e ocupação do solo, lançamento de efluentes de fontes pontuais (residências e indústrias sem estação de tratamento de efluentes ou cujo tratamento não é suficiente para atender os padrões de lançamento previstos pela legislação.

  9. Estimativa das Taxas de Erosão das Terras Altas da Alta Bacia do Rio Das Velhas no Quadrilátero Ferrífero: Implicações para A Evolução Do Relevo.

    OpenAIRE

    André Augusto Rodrigues Salgado; César Augusto Chicarino Varajão; Fabrice Colin; Régis Braucher; Angélica Fortes Drummond Chicarino Varajão; Hermínio Arias Nalini Júnior; Luis Felipe Soares Cherem; Breno Ribeiro Marrent; Cristina Budei Brindusa

    2007-01-01

    O presente trabalho investiga a evolução das terras altas da alta Bacia do Rio das Velhas no Quadrilátero Ferrífero/MG – Bacia do São Francisco. A metodologia adotada se baseia na mensuração da produção do isótopo cosmogênico 10Be em escarpas e superfícies erosivas e na confecção de modelo digital do terreno. Os resultados obtidos demonstraram que estas terras altas - substrato de quartzitos, cangas e itabiritos – são extremamente resistentes ao rebaixamento vertical do relevo (downwear...

  10. Registro Fossílifero das Raias (Chondrichtes-Batomorphi em Bacias Sedimentares Brasileiras.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Tâmega da Silva Abreu Moreira

    2007-07-01

    Full Text Available A classe dos Chondrichthyes é representadapelos Elasmobranchii (tubarões e raias e Holocephali(quimeras. A presença de fósseis de raias em baciassedimentares brasileiras é conhecida desde o séculoXIX, sendo representadas atualmente por seisfamílias. São estruturas de difícil preservação, sendo,portanto raras no registro fossilífero. A grande maioriados registros é de espinhos e dentes, mas ocorrênciasextraordinárias de exemplares quase completos deraias e tubarão foram encontradas na Chapada doAraripe, nordeste do Brasil. A primeira espécie foidescrita da bacia de Pernambuco e posteriormentemais três espécies foram assinaladas nas baciasde Sergipe, Pernambuco e Araripe. O restante domaterial é conhecido apenas em nível de gêneroou família. Com base na literatura, foi realizadoum inventário destas ocorrências, pertencentes aoacervo de várias instituições de pesquisa, permitindorecuperar e atualizar as informações, sistematizandoas ocorrências e o material depositado nas diversascoleções. No Museu de Ciências da Terra/DNPM,Rio de Janeiro foram encontrados 69 dentes isolados,provenientes das bacias de Pernambuco, Sergipe ePirabas e um exemplar quase completo da bacia doAraripe. Constam sete placas dentárias, 118 dentese quatro espinhos caudais provenientes das baciasde São Luís, Pirabas, Acre, Pernambuco, Sergipee Pelotas. Dentre os gêneros estudados, os maisrepresentativos são: Myliobatis sp. com 60 dentes eRhombodus binkhorsti com 52 dentes.

  11. Composição e configuração da paisagem da sub-bacia do arroio jacaré, Vale do Taquari, RS, com ênfase nas áreas de florestas Landscape composition and configuration of jacaré stream sub-basin, Taquari Valley, RS, with emphasis on the forest areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Cemin

    2009-08-01

    Full Text Available A conversão de áreas com cobertura florestal contínua por fragmentos florestais vem contribuindo para a diminuição da diversidade biológica, em função da perda de micro-habitats únicos, mudanças nos padrões de dispersão e migração, isolamento de habitats e erosão do solo. A solução desses problemas está intimamente vinculada ao planejamento e manutenção de bacias hidrográficas. A sub-bacia do Arroio Jacaré, localizada no Vale do Taquari, RS, compreende uma área de 538,98 km², onde estão parcial ou totalmente inseridos nove municípios. Essa bacia se encontra em uma região de ecótono entre as formações vegetais do tipo Floresta Estacional Decidual (FED e Floresta Ombrófila Mista - Mata de Araucária (FOM. Foram elaboradas e analisadas informações relacionadas às características estruturais das classes de mata na região (FED, FOM e vegetação secundária, utilizando-se imagem do satélite Landsat 7 ETM+, referente à passagem 04/02/2002 e software de Sistemas de Informações Geográficas (SIG Idrisi, 3.2, software de Ecologia de Paisagem Fragstats 3.3. Os resultados indicaram que a região apresenta aproximadamente 50% de suas matas nativas conservadas ou em estágio de regeneração, porém de forma altamente fragmentada, com 87,82% dos fragmentos menores que 1 ha. Considerando um efeito de borda de 50 m, em torno de 40% dos fragmentos ainda apresentam área nuclear.The conversion of continuous forest coverage areas into forest fragments has contributed to the decrease of the biological diversity due to the micro-habitat loss, changes in dispersion and migration patterns, habitats' isolation and soil erosion. The solution for those problems is intimately linked to the planning and maintenance of hydrographic basins. Jacaré's stream sub-basin is located in Taquari Valley, RS, with an area of 538,98 km², where nine municipal districts are partially or totally inserted. This basin is in an ecotone area among

  12. Avaliação da presença de metais e de biomarcadores fecais em sedimentos do Rio Barigui na Região Metropolitana de Curitiba-PR

    OpenAIRE

    Martins, Raquel Fernandes

    2010-01-01

    Resumo: Neste trabalho investigou-se a composicao de sedimentos da Bacia do Rio Barigui, situado na regiao metropolitana de Curitiba, sul do Brasil. Este rio atravessa, alem de Curitiba, varios municipios vizinhos. Nos ultimos anos, devido ao crescimento e a ocupacao desordenada ao longo do rio, alem da falta de servico de saneamento, a Bacia sofre com o lancamento de grande quantidade de esgoto domestico sem tratamento. Programas atuais de monitoramento de bacias usam parametros fisico-quimi...

  13. Avaliação do potencial fertilizante de dois resíduos da indústria florestal Assessement of two residues from forestry industry as fertilizers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmo Horta

    2010-12-01

    Full Text Available A indústria florestal produz resíduos com características e potenciais de utilização muito distintos. Por um lado, a queima de biomassa florestal para obtenção de energia conduz à produção de grandes quantidades de cinzas como produto final e, por outro lado, durante o processo de produção da pasta de papel e na sequência do tratamento por causticação é também produzido um resíduo em quantidades significativas. O objectivo deste trabalho foi avaliar o potencial fertilizante destes dois resíduos, ou seja, das cinzas provenientes da incineração de biomassa florestal e das cinzas provenientes da causticação da pasta de papel, resíduos provenientes da indústria florestal. Num ensaio em vasos estudou-se a resposta do azevém à aplicação de doses crescentes destes resíduos que corresponderiam à aplicação ao solo de 0, 0,5, 1, 3 e 5 toneladas por ha. Verificou-se que a cinza de biomassa florestal pode ser aplicada ao solo, não se observando efeitos negativos na produção ou propriedades do solo. Esta aplicação conduzirá ao fornecimento de alguns nutrientes, nomeadamente K e Ca. Em solos com relação Ca/Mg elevada aconselha-se a aplicação simultânea de Mg. O resíduo proveniente da causticação da pasta de papel, deve ser incorporado no solo com antecedência relativamente à sementeira devido à sua causticidade. Nas culturas plurianuais não deverá ser utilizado. Apresentou valor como correctivo alcalinizante, possuindo elevado teor em Na que conduziu a um aumento significativo da condutividade eléctrica e do Na de troca, não se aconselhando uma aplicação em quantidades superiores a 1 t/ha.Forestry industry originates residues with distinct properties which can have also differences in its management reutilization. This study aimed at evaluating the fertilizer potential of forestry biomass burning ashes and causticizing lime mud from pulp and paper industry process, which are both residues from forestry

  14. Green marketing & international networks: the Orsa Florestal case

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Conejero

    2007-12-01

    Full Text Available The certification of products and processes is a requirement from the U.S. and the European wood buyers. In order to attend this external market, Brazil has followed this tendency. A certification attests that the product is ecologically correct, that is, it comes from a well-managed forest, it’s socially fair and economically viable, besides complying all the sectorial valid laws. However, the green company is only capable to offer differentiated products for its consumers because it maintains entrepreneuring relationships for production and distribution of the articles with the required specifications. Thus, the companies are more and more related to one another and are also interdependent, constituting the so-called “networks”. In this sense, the present work tried to verify if the concept of networks could be applicable to understand the business model of Orsa Florestal company, through a study of case. As a conclusion, it was verified that the company is part of a productive chain, not of a network, adapting itself to the rules and the established standards required to this business.

  15. Avaliação do risco de contaminação de águas superficiais e subsuperficiais por agroquímicos na bacia do ribeirão Lajeado, Estado do Paraná = Evaluation of the contamination risk of surface and sub-surface water by agrochemicals in the Lajeado stream basin, Paraná State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erivelto Alves Prudêncio

    2010-07-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva elaborar carta de risco de contaminação de águas superficiais e subsuperficiais por agroquímicos na bacia do ribeirão Lajeado, afluente do rio Pirapó. O método adotado refere-se à correlação de atributos do meio físico com fatores socioeconômicos, o qual possibilitou determinar quatro classes de potencial de risco decontaminação por agroquímicos, a saber: classe: I – baixo potencial de risco de contaminação das águas superficiais e alto potencial de risco de contaminação das águas subsuperficiais; classe II – médio a baixo potencial de risco de contaminação das águas superficiais e médio a alto potencial de risco de contaminação das águas subsuperficiais; classe III – médio a alto potencial de risco de contaminação das águas superficiais e médio a baixo potencial de risco de contaminação das águas subsuperficiais; classe IV – alto potencial de risco de contaminação das águas superficiais e baixo potencial de risco contaminação das águas subsuperficiais.An agrichemical contamination risk chart is provided of surface and sub-surface waters in the Lajeado Stream basin, an affluent of the Pirapó river, state of Paraná, Brazil. The correlation of attributes of the physical environment coupled with social and economical factorsconstitutes the methods employed. Consequently, four potential agrichemical contamination risk categories have been determined: Class I: low potential contamination risk of surface waters and high potential contamination risk of sub-surface waters; Class II: medium to low potential risk contamination of surface waters and medium to high potential contamination risk of sub-surface waters; Class III: medium to high potential contamination risk of surface waters and medium to low potential contamination risk of sub-surface waters; Class IV: high potential contamination risk of surface waters and lowcontamination risks of sub-surface waters.

  16. A dinâmica atmosférica na vertente oriental da bacia do alto rio Paraná e a gênese das chuvas = The atmospheric dynamics on the eastern slope of the Paraná river basin and the genesis of rain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor da Assunção Borsato

    2008-07-01

    Full Text Available O ritmo dos sistemas atmosféricos e a intensidade variam no tempo e noespaço. Por isso, para caracterizar a dinâmica climática de uma região é necessário estudar a dinâmica das massas de ar ao longo de uma série. Estudaram-se, por meio da dinâmica das massas de ar, a participação dos sistemas atmosféricos atuantes e as porcentagens das chuvas convectivas e frontais ao longo da vertente oriental da bacia do alto rio Paran��. Verificou-se que, nessa vertente, nos meses mais frios, predomina a atuação da massa tropical Atlântica e da polar Atlântica. Nos meses mais quentes, além de predominar a atuação dos sistemas de baixa pressão equatorial continental e tropical continental, têm-se as chuvas convectivas. Verificou-se, também, progressivo aumento na participação das chuvas convectivas, a partirda década de 1990, corroborando a teoria das mudanças climáticas.The rhythm and intensity of atmospheric systems vary intime and space. Therefore, it is necessary to study the dynamics of air masses over a temporal series in order to characterize the climate dynamics of a region or area. The participation of the active atmospheric systems and the percentage shared by convective andfrontal rains along the eastern slope of upper Paraná River were studied based on the dynamics of air masses. It was observed that, in such a slope, during the coldest months, the actions of the Atlantic tropical mass and polar Atlantic mass prevail. However, during thewarmer months, in addition to the predominance of the action of equatorial continental and tropical continental low atmospheric pressure systems, convective rains also take place. It was also noted that, from the 1990s onward, a progressive increase was observed in the participation of convective rains, strengthening the theory of climatic change.

  17. Variabilidade sazonal da relação entre a radiação fotossinteticamente ativa e a radiação global na bacia do rio Doce, Estado de Minas Gerais = Seasonal variability of the relationship between the photosynthetically active radiation and the global radiation at the river Doce basin, Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio José Steidle Neto

    2006-07-01

    Full Text Available O conhecimento da Radiação Fotossinteticamente Ativa (RFA é importante para diferentes áreas relacionadas à fisiologia vegetal e ciências agrárias. Modelos de estimativa de RFA a partir da Radiação Global (Rg são extremamente úteis, visto que a Rg é convencionalmente medida nas estações meteorológicas. Assim, analisou-se a variabilidade sazonal da relação RFA/Rg em cinco áreas localizadas na bacia do rio Doce, Estado de Minas Gerais, considerando-se os períodos secos e chuvosos dos anos de 2001 a 2004. As relações RFA/Rg obtidas para os períodos secos e chuvosos, assim como para todos os dados, apresentaram concordância com as relações determinadas por diversos pesquisadores em diferentes áreas do mundo. Analisando-se os resultados, constatou-se que, de maneira geral,as relações RFA/Rg tendem a ser superiores durante os períodos chuvosos comparativamente aos secos. Por este estudo, pôde-se concluir que existe variação interanual desta relação, demonstrando assim a necessidade de se considerar esta variabilidade para estimaradequadamente a RFA a partir da Rg. The knowledge of the Photosynthetically Active Radiation (PAR is important to different areas of vegetal physiology and agricultural sciences. Estimation models of the PAR based on the Global Radiation (GR are extremely useful, since the GR is conventionally measured atthe meteorological stations. Thus, the seasonal variability of the relationship PAR/GR was analyzed in five areas located at the river Doce basin, Minas Gerais State, Brazil, considering the dry and wet periods of the years 2001 to 2004. The relationships PAR/GR obtained for the dry and wet periods, and also to all data, presented agreement with those ones determined by several researchers in different areas of the world. Results showed that the relationshipsPAR/GR generally tend to be greater during the wet periods when compared with the dry ones. By this work, it could be concluded that

  18. Uso de banda dendrométrica na definição de padrões de crescimento individual em diâmetro de árvores da bacia do Rio Cuieiras.

    OpenAIRE

    SILVA, R. P. da; NAKAMURA, S.; AZEVEDO, C. P. de; CHAMBERS, J.; ROCHA, R. de M.; PINTO, A. C. M.; SANTOS, J. dos; HIGUCHI, N.

    2003-01-01

    Este trabalho tem como objetivo analisar padrões de crescimento individual de diversas árvores que ocorrem em duas toposseqüências (direções Norte-Sul e Leste-Oeste), de uma amostra representativa da floresta de terra-firme na Amazônia Central. Foram selecionados de forma aleatória, aproximadamente, 300 indivíduos, sendo 150 em cada toposseqüência, distribuídos em mesmas proporções nas três classes topográficas (p...

  19. BIODIVERSIDADE FLORESTAL E PAISAGÍSTICA DO TERRITÓRIO MUNICIPAL DE SELLANO - ÚMBRIA - ITÁLIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ettore Orsomando

    2007-08-01

    Full Text Available O Município de Sellano, situado na Úmbria (Itália, ocupando uma superfície de cerca 86 km² no setor regional central mais oriental junto à fronteira com as Marcas, do ponto de vista florestal se destaca pelo elevado índice de cobertura florestal superior a 60% em relação aos 40% da Úmbria. A biodiversidade florestal é constituída por 7 formações de caducifólias naturais (florestas: de Quercus pubescens, de Ostrya carpinifolia, de Quercus cerris com a associação endêmica denominada Carici sylvaticae-Quercetum cerridis rica em Orquídeas, de Quercus cerris com Quercus pubescens, de Castanea sativa, de Fagus sylvatica, de Salix alba e por um artificialismo (reflorestamentos de Pinusnigra e Pinus halepensis. Tais florestas, voltadas para a exploração econômica, em bom estado de conservação, contornadas por áreas de pastagem, por áreas antrópicas com ocupações humanas, áreas cultivadas e zonas de artesanato caracterizam 11 unidades ambientais paisagísticas do conjunto das 42 tipologias de paisagens da Região Úmbria como um todo: vertentes alto-colinares com florestas de Quercus pubescens ou de Ostrya carpinifolia, às vezes interrompidas por pequenas clareiras de pastagens, de origem secundária, de Bromus erectus; vertentes montanas com florestas de Fagus sylvatica e pequenas pastagens, de origem secundária, de Bromus erectus; áreas rupestres com agrupamentos casmofiticos; vertentes alto-colinares e submontanas, com fraca declividade e recobertas por paleossolos fersialíticos, com florestas mesófilas de Quercus cerris (Carpinion betuli e florestas de Castanea sativa de origem antrópica; relevos alto-colinares com florestas de Ostryacarpinifolia ou Quercus pubescens, às vezes interrompidas por pequenas clareiras de pastagem, de origem secundária, de Brachypodium rupestre; leitos fluviais com florestas meso-higrófilas de Salixalba ou Alnus glutinosa; cimos e vertentes com pastagens de origem secundária de

  20. A juventude rural do assentamento Florestan Fernandes no município de Florestópolis (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Luis Martins Costa

    2013-09-01

    Full Text Available A possibilidade de uma crise na agricultura familiar referente à sucessão do empreendimento se mostra preocupante na medida em que alguns filhos abandonam a propriedade por não poder ou não querer exercer a profissão de agricultor. Esta é uma situação que pode comprometer a viabilidade socioeconômica de assentamentos rurais da reforma agrária. Neste sentido, o objetivo deste estudo de caso foi conhecer os anseios, as perspectivas de futuro e a realidade em que vivem os jovens rurais moradores do assentamento Florestan Fernandes, localizado no município de Florestópolis (PR, uma vez que eles poderiam ser os protagonistas na continuidade de exploração dos lotes conquistados. Concluiu-se que a maioria dos jovens tem grande interesse em continuar vivendo e trabalhando nos lotes com os pais, mas a limitação da renda obtida pela família nas atividades agropecuárias e a falta de renda própria levam estes jovens a optar por sair da propriedade, em busca de novas oportunidades.

  1. Caracterização física em duas bacias hidrográficas do Alto Juruá, Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eth R. da Silva

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, realizar a caracterização física das Bacias Hidrográficas do Igarapé Canela Fina e Igarapé Preto, ambas localizadas no município de Cruzeiro do Sul, AC. Para a classificação não supervisionada empregou-se o ISODATA através dos produtos do sensor TM, a bordo do satélite Landsat-5 fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O período avaliado se estende entre os anos de 2005 a 2010. Os resultados mostram um aumento médio de 48,11% em áreas desflorestadas para essas bacias e redução média em áreas florestadas de 50,58%, em consequência de intervenções antrópicas ocorridas ao longo dos últimos anos. As características físicas calculadas demonstraram similaridade entre as bacias hidrográficas, ambas respondem lentamente a eventos hidrológicos e, portanto, não propícias a enchentes. As modificações realizadas ao longo dos últimos anos na superfície das bacias hidrográficas alteraram possivelmente a dinâmica hídrica dos igarapés e os resultados obtidos indicam a eficiência do Sensoriamento Remoto e Sistema de Informação Geográfica na análise da dinâmica espaço-tempo da vegetação e caracterização morfométrica das bacias hidrográficas.

  2. Cobrança pelo uso da água e escassez de recursos hídricos: proposta de modelo de cobrança e aplicação na bacia do rio Atibaia

    OpenAIRE

    Aurélio Teodoro Fontes

    2003-01-01

    No Brasil, a Política Nacional de Recursos Hídricos apresenta a cobrança pelo uso da água como um instrumento de gestão de recursos hídricos de caráter econômico. Considerando esse caráter, a cobrança deve ter como objetivos: racionalizar o uso do recurso baseado na sua escassez; reconhecer a água como um bem de valor econômico, refletindo os custos ambientais advindos de sua utilização; e diminuir os conflitos entre os usos, induzindo uma alocação que considere o gerenciamento da demanda e a...

  3. Trabalho abdominal no pós-parto : relação entre a distância inter-retos do abdómen e a capacidade dos músculos abdominais na estabilidade da bacia.

    OpenAIRE

    Vaz, Cristiana Gomes

    2015-01-01

    Mestrado em Exercício e Saúde Tipo de Estudo: Estudo observacional. TEMA: A diástase abdominal (DRA) descrita como o aumento da distância horizontal entre os bordos internos dos músculos retos do abdómen - distância inter-retos (DIR) é uma condição comum em mulheres grávidas e no pós-parto imediato. Existe falta de informação acerca das implicações da DRA e sobre a DIR aumentada na função dos músculos abdominais. OBJETIVOS: Analisar a relação entre a DIR e a função abdomi...

  4. Avaliação da dinâmica do mercúrio (Hg) na Bacia do Rio Madeira nos ambientes lêntico e lótico

    OpenAIRE

    Melo Neto, Miguel Vieira de

    2016-01-01

    O mercúrio é um poluente de preocupação global, os solos naturalmente enriquecidos por este elemento químico e o seu uso no garimpo na região amazônica despertam preocupação da população e de cientistas. O objetivo deste estudo é comparar as concentrações de Hg nos compartimentos abióticos (água, sólidos em suspensão e sedimento) da seguinte forma: comparar os períodos hidrológicos e comparar a calha do rio Madeira com seus afluentes. A elaboração de um modelo preditivo de bioacumulação e a b...

  5. Estratégias de marketing: estudo de caso sobre as estratégias do composto de marketing implementadas pelo programa agricultura orgânica da Itaipu Binacional na Bacia do Paraná 3.

    OpenAIRE

    Buononato, Flávio José

    2011-01-01

    Orientadora : Profa. Dra. Ana Maria Machado Toaldo Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 28/04/2011 Bibliografia: fls. 137-142 Área de concentração: Estratégia e Organizações Resumo: Esta dissertação aborda o tema estratégia do composto de marketing, com foco no conteúdo e processo. Os objetivos estão centrados nas dinâmicas envolvidas na concepção e implementação...

  6. Estudo da bacia hidrográfica da barragem "Monjolinho" A study of the earth dam "monjolinho" watershed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. B. Barreto

    1962-01-01

    Full Text Available Os autores estudam a bacia hidrográfica da barragem "Monjolinho". notadamente a velocidade de assoreamento. São descritas as características físicas da bacia, baseadas no levantamento planialtimétrico da área. Descrevem também, o tipo de solo e a cobertura vegetal encontrados no local, bem como as alterações ocorridas na bacia de inundação e no talude de montante do atêrro, após período de 7 anos de funcionamento do açude.In this paper the authors present the study of the "Monjolinho" earth dam watershed with particular reference of its silting problem. The physical characteristics of the watershed, based on a plane - altimetric survey, are presented. A description of the soil type, vegetative cover, as well as of the changes that took place in the reservoir flood and in the upstream side slope after 7 years of use is given.

  7. Avaliação da influência do manejo agrícola no uso e cobertura das terras através de ferramentas de geoprocessamento e indicadores de qualidade dos solos na bacia hidrográfica do Córrego da Caçada - Paraty/RJ

    OpenAIRE

    Raphael Rodrigues Brizzi

    2015-01-01

    A avaliação da qualidade dos solos e a redução da Mata Atlântica tem sido alvo de diversas pesquisas no Brasil e no mundo, principalmente quando estes estão atrelados ao recorte espacial de Unidades de Conservação. No entanto, tem sido difícil para os gestores dessas unidades a avaliação dos impactos ambientais gerados ao longo dos anos nas bacias hidrográficas, principalmente pela falta de investimentos. Esta dissertação teve por objetivo geral avaliar o atual estágio de degradação da bacia ...

  8. Geoprocessamento e o modelo shift-share na análise das transformações do uso da terra em municípios da Bacia hidrográfica do rio Mogi-Guaçu (SP, 1979 a 2001

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Aparecida Procopio da Silva Scheer

    2009-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como foco de estudo detectar as transformações no uso da terra em municípios componentes da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi-Guaçu (SP entre 1979 e 2001. Ela foi dividida em três etapas. A primeira teve como objetivo a elaboração de um banco de dados de atributos com os resultados da aplicação do modelo Shift-Share sobre dados estatísticos coletados nos Anuários de Produção Agrícola Municipal – IBGE. A segunda etapa consistiu na elaboração de um banco de dados espaciais com a análise multitemporal do uso da terra para seis municípios componentes do CBH-Mogi (Barrinha, Dumont, Jaboticabal, Pitangueiras, Santa Lúcia e Sertãozinho por meio de imagens de satélite LANDSAT 2–MSS de 1981; LANDSAT 5-TM de 1990 e LANDSAT 7-ETM+ de 2001. Na terceira etapa foram realizadas a integração e comparação das duas metodologias de análise da mudança do uso da terra e da produção agrícola, sendo que os resultados evidenciaram que elas são complementares. Na área de estudo pôde-se notar que a expansão da produção agrícola ocorreu principalmente pela substituição dos cultivos agrícolas menos rentáveis pela cana-de-açúcar e também pelo uso mais intensivo da terra, conseqüência do avanço tecnológico no processo produtivo e de políticas governamentais. Abstract GEOPROCESSING AND SHIFT-SHARE MODEL APPLIED FOR ANALYSIS OF THE LAND COVER TRANSFORMATIONS IN MOGI GUAÇU’S DRAINAGE BASIN BETWEEN 1979 AND 2001 This research had identified the main factors which influenced the changes of the land use in the localities along of the Mogi Guaçu’s drainage basin between 1979 and 2001. This area is located in a strategic geographical region and has an important role for agricultural production the sugar cane at the state, national and international levels. Our study have followed three steps, the first one elaborated a database with the results of the Shift-Share model applied to the statistic data

  9. The zooplankton biodiversity of some freshwater environments in Parnaíba basin (Piauí, Northeastern Brazil Diversidade do zooplâncton de alguns ambientes de água doce na bacia do rio Parnaíba (Piauí, Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JDN. Paranhos

    2013-02-01

    cinzenta (não publicada cientificamente, tais como trabalhos de finalização de curso e relatórios de consultorias. Assim, o presente trabalho apresenta dados de amostragens recentes realizadas em diferentes corpos d'água do Piauí, consistindo no segundo estudo publicado sobre o zooplâncton da região, após o trabalho pioneiro de Spandl (1926. Registrou-se um total de 38 espécies, incluindo 23 novas ocorrências de rotíferos, dez novas ocorrências de cladóceros e dois novos registros de copépodes para o estado do Piauí. A maior riqueza foi observada para os rotíferos, com destaque para o gênero Brachionus, sobretudo no Açude Joana. Entre os crustáceos, foi observada uma maior riqueza no Açude Bezerra, destacando-se os cladóceros do gênero Bosmina. Os rotíferos Brachionus havanaensis Rousselet, 1911 e Filinia longiseta (Ehrenberg, 1834, os cladóceros Diaphanosoma spinulosum Herbst, 1967 e Moina micrura Kurz, 1874, e os copépodes Notodiaptomus cearensis Wright, 1936 e Thermocyclops decipiens Kiefer, 1927 ocorreram em todos ou na maioria dos ambientes onde os respectivos grupos foram estudados. Os resultados apresentados aqui ampliam a lista taxonômica do zooplâncton do Estado do Piauí, em uma fauna total de 30 espécies de rotíferos, 15 de cladóceros e três de copépodes. A riqueza do zooplâncton nos ambientes estudados foi considerada baixa em comparação com outros ecossistemas de água doce da Região Nordeste do Brasil; porém, os poucos estudos desenvolvidos na Bacia do Rio Parnaíba sugerem que a diversidade destes organismos seja maior.

  10. Modelagem hidrológica em microbacia hidrográfica parte II: teste do modelo HidroBacia Hydrologic modeling of a small watershed part II: HidroBacia model test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney S. Zanetti

    2009-08-01

    Full Text Available Este trabalho consistiu na modelagem hidrológica de uma microbacia hidrográfica utilizando-se o modelo HidroBacia, no qual o processo de infiltração da água no solo é representado por meio da equação de Green-Ampt modificada por Mein e Larson. Obtiveram-se, dentre os parâmetros desta equação, o potencial matricial na frente de umedecimento, a condutividade hidráulica e a umidade do solo na zona de transmissão, através de diversos métodos apresentados na literatura; desta forma, foram preparadas e testadas 36 combinações de dados de entrada, visando identificar as que apresentam melhor desempenho nas simulações do hidrograma de escoamento superficial com o modelo e se selecionaram, dentre os eventos de chuva-vazão registrados na microbacia, os 14 mais relevantes para realização das simulações. Das 36 combinações de dados de entrada testadas, seis apresentaram melhor desempenho na estimação dos hidrogramas. O modelo HidroBacia ainda necessita de aprimoramentos, juntamente com análises de sensibilidade, com vista a identificar possíveis incompatibilidades entre os dados de entrada e os respectivos resultados das simulações, uma vez que o modelo apresentou resultados incoerentes em determinadas situações.This work consisted of the hydrologic modeling of a small watershed using the HidroBacia model. The soil water infiltration process is represented by means of the Green-Ampt equation, modified by Mein and Larson, in this model. Among the equation parameters, matric potential in the wetting front, hydraulic conductivity and soil moisture in the "field saturation" were obtained using different methods based on previous scientific literature. Thirty six input data combinations were tested in order to identify those that showed better performance on the runoff hydrograph simulations with the model. Between the rainfall-runoff events registered on watershed, the most relevant (14 of them were selected to perform the

  11. Avaliação da comunidade de macroinvertebrados aquáticos como ferramenta para o monitoramento de um reservatório na bacia do rio Pitangui, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana F Barbola

    2011-06-01

    Full Text Available Os macroinvertebrados bentônicos e nectônicos representam elementos importantes na estrutura e funcionamento dos ecossistemas aquáticos e sua distribuição é influenciada pela natureza química do substrato, composição da vegetação e profundidade da lâmina d'água. O conhecimento desta fauna contribui para a avaliação da qualidade da água e a elaboração de ações visando à conservação da biodiversidade. No presente estudo foram avaliadas diferentes medidas bióticas da comunidade de invertebrados da represa de Alagados, importante manancial da cidade de Ponta Grossa, no Paraná. Em cinco diferentes pontos de amostragem, foram coletados 18.473 exemplares de macroinvertebrados aquáticos ou semi-aquáticos, pertencentes a 46 táxons dos filos Annelida (Hirudinea e Oligochaeta, Mollusca (Gastropoda, Platyhelminthes (Turbellaria, Nematoda e Arthropoda (Arachnida, Crustacea e Insecta. Esta comunidade foi constituída predominantemente por organismos predadores (45,7% dos táxons amostrados, seguidos de coletores e/ou filtradores (23,9%; raspadores (15,2%, fragmentadores (13% e detritívoros (2,2%. De modo geral, os índices de diversidade (H' e equitabilidade (J foram significativamente baixos para os cinco locais investigados, com H' variando de 0,3301 a 1,0396. Quanto à tolerância dos organismos à poluição orgânica, alguns táxons mais sensíveis foram muito raros (Plecoptera ou em baixa frequência (Trichoptera e Ephemeroptera. Entre os grupos mais resistentes a ambientes poluídos estão os Chironomidae e os Hirudinea, ambos bastante comuns nas amostras de Alagados. Este estudo reforça a importância da análise de bioindicadores na avaliação da qualidade de água para consumo humano e também para a conservação de ecossistemas, considerando que um programa de monitoramento ambiental deve integrar medidas físicas, químicas e biológicas.

  12. Metodologia de avaliação qualitativa das ações dos Comitês de Bacias com ênfase na gestão integrada: o Comitê do Alto Tietê em São Paulo Methodology of qualitative evaluation of the actions of the River Basins Committees giving emphasis to the integrated management: the High Tiete River Basin Committee in São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica A. Tanus Benatti Alvim

    2007-09-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma metodologia de avaliação qualitativa das ações do comitê de bacia hidrográfica com ênfase na teoria de gestão integrada. Apresenta-se a teoria de gestão integrada de bacia hidrográfica e sua relação com a Política Estadual de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo. A metodologia é construída a partir de um conjunto de indicadores qualitativos implícitos ao conceito "articulação" que mensuram de forma particularizada cada aspecto desse fenômeno. Aplica-se a metodologia nas ações do Comitê do Alto Tietê, instância de gestão das águas da Região Metropolitana de São Paulo. Os resultados permitem verificar não só o nível de articulação de suas ações, mas também em que aspectos esse fórum tem contribuído à gestão integrada do território metropolitano.This paper presents a method of qualitative evaluation of the actions of the river basin committee, giving emphasis to the theory of integrated management. It presents the theory of integrated management of river basins and its relation with the Politics of the State of São Paulo on water resources. The methodology is arranged from one ensemble of qualitative indicators implicit in the concept of articulation that measure in a particularized way each aspect of the phenomenon. The methodology is implemented by the study of the High Tietê River Committee, entity that is responsible for the management of water resources in the São Paulo Metropolitan Region. The results allow verifying not only the level of articulation of its actions, but also in what aspects this forum has contributed to the integrated management of the metropolitan region.

  13. Environmental fragility and susceptibility mapping using geographic information systems: applications on Ribeirão do Pinhal watershed (Limeira, State of São Paulo=Mapeamento da fragilidade e suscetibilidade ambiental utilizando sistemas de informações geográficas: aplicações na bacia hidrográfica do ribeirão do pinhal (Limeira, Estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Koiti Chiba

    2012-10-01

    Full Text Available This paper presents the results of integrated environmental analysis of the Ribeirão do Pinhal drainage basin, undertaken with geographic information systems and spatial analysis techniques. The empirical analysis of environmental fragility methodology was used to identify areas that require more attention for improving environmental conditions. Because more than 60% of the study area has weak or very weak potential fragility grades, the natural characteristics of the basin may be considered appropriate. Regarding the environmental fragility, i.e. taking into account human actions, the basin has more than 50% of its area with weak or very weak grades. However, more than 40% of the study area has environmental fragility above their potential fragility grades. This situation indicates the presence of intensive land uses beyond natural landscape restoration processes. These sectors require that stricter territory management policies be implemented. Neste trabalho são apresentados os resultados da análise ambiental da bacia do ribeirão do Pinhal empreendida por meio de geoprocessamento e análise espacial. Utilizou-se da metodologia da análise empírica da fragilidade dos ambientes identificando as zonas que demandam maior atenção para a melhoria das condições ambientais. As características da área de estudo foram consideradas adequadas em relação à fragilidade potencial, pois mais de 60% da área estudada enquadrou-se na classe fraca ou muito fraca. Em relação à fragilidade ambiental, essa porcentagem foi acima de 50%, entretanto, tendo em vista que mais de 40% da área estudada apresentaram em classes de fragilidade ambientais superiores aos seus valores potenciais; há indicações de usos mais intensivos das terras do que poderiam ser considerados adequados, tratando-se de áreas que demandam maior atenção por parte dos gestores do território da bacia.

  14. Sistema de informação geográfica e susceptibilidade a incêndio florestal : análise de metodologias em ambiente SIG

    OpenAIRE

    Ferreira, António Ricardo Rocha

    2010-01-01

    Nas últimas três décadas, em Portugal, registou-se um aumento médio da área ardida natural e do número médio de ocorrências, apesar dos esforços envolvidos na sua prevenção e combate. Após as duas vagas de incêndios de 2003 e 2005, em que arderam mais de 750.000 hectares de área florestal no país, ocorreram mudanças significativas na integração dos riscos dos incêndios nos objectivos prioritários do Ordenamento do Território. O conhecimento dos índices de perigo e de susceptibilidade a incênd...

  15. Calibração e validação do modelo SWAT para simulação hidrológica em uma bacia hidrográfica do litoral norte catarinense

    OpenAIRE

    Blainski, Éverton; Acosta, Eileen; Nogueira, Patrícia Carvalho do Prado

    2017-01-01

    Resumo Os estudos hidrológicos em bacias experimentais têm sido realizados devido à necessidade de compreensão dos processos que controlam o movimento da água e sedimentos e seus impactos na disponibilidade e qualidade das águas. Os modelos hidrológicos são ferramentas com alto potencial para a simulação de cenários hipotéticos em diferentes escalas. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do modelo SWAT para representação do fluxo hidrossedimentológico em uma bacia hidrográfi...

  16. Estudo hidrológico de uma pequena bacia hidrográfica experimental no município de General Carneiro-PR, através de monitoramento e modelagem

    OpenAIRE

    Sagara, Fabio Takeshigue

    2012-01-01

    Resumo: Para atingir um bom nível de manutenção e preservação dos mananciais, é necessário o planejamento, gerenciamento e uso adequado dos recursos hídricos para diminuir o problema tanto da escassez como excesso de água. Para entender melhor o ciclo hidrológico na região de General Carneiro - PR, o presente trabalho estabeleceu uma pequena bacia hidrográfica experimental, denominada Bacia do Pínus, possuindo uma área de 18,12ha, onde foi instalado um pluviômetro e um dispositivo medidor de ...

  17. Avaliação do uso de repelentes contra picada de mosquitos em militares na Bacia Amazônica Evaluation of the use of repellent against mosquito bite by military personnel in the Amazon Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonas Ribas

    2010-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: No Brasil, doenças provocadas por picadas de insetos são frequentes, o que torna extremamente importante a execução de medidas profiláticas de forma adequada, sobretudo, em áreas endêmicas como a Amazônia, que recebe um grande contingente de visitantes, a trabalho ou turismo. OBJETIVOS: Avaliar o uso dos repelentes de insetos disponíveis no mercado por militares que costumam realizar missões em ambiente de selva, na região amazônica. MÉTODOS: Foram selecionados cinquenta e um militares da região amazônica que responderam um questionário em junho/2008. RESULTADOS: 63,7% dos militares usaram produtos contendo Deet na concentração máxima de apenas 15%, que possui mínima ação de repelência; 36% relataram usar protetor solar associado, o que levou a um risco maior de intoxicação; 36,4% fizeram uso de um repelente natural em suas missões; dois militares usaram vitamina B e consideraram a sua ação de repelência ineficaz. CONCLUSÕES: Os repelentes à base de Deet utilizados pelo grupo estudado apresentam concentrações inferiores às consideradas seguras para uso em ambiente de selva. Foi frequente a associação do Deet com protetor solar, que é uma combinação potencialmente tóxica. Os repelentes naturais à base de andiroba e copaíba apresentaram o maior grau de percepção de proteção.BACKGROUND: In Brazil, diseases caused by insect bites are frequent. Therefore, it is extremely important that prophylatic measures are adequately carried out, especially in endemic areas such as the Amazon which receives a great number of visitors, for both business and tourism purposes.. OBJECTIVES: To evaluate the use of insect repellents available in the market by military personnel who often go in missions in the middle of the jungle, in the Amazon region. METHODOLOGY: Fifty - one militaries in the Amazon region were selected and they answered a questionnaire in June/2008. RESULTS: 63,7% of the militaries used

  18. Sobrevivência de plântulas transplantadas de uma floresta tropical madura para viveiro de mudas na bacia do rio Xingu. Survival of seedlings transplanted from a mature tropical forest to nursery in Xingu river basin.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Thays dos Santos CURY

    2013-06-01

    Full Text Available A utilização da diversidade de plântulas de espécies arbóreas, oriundas de áreas cuja vegetação teve a supressão autorizada, no enriquecimento de viveiros, tem sido recomendada como uma técnica alternativa na produção de mudas. Neste trabalho, avaliamos a sobrevivência de plântulas transplantadas da regeneração natural de uma floresta madura para um viveiro de mudas em uma área de transição Amazônia-Cerrado, Mato Grosso, Brasil. Foram alocados três transectos de 10 x 1 m, com 10, 50 e 500 m de distância da borda de onde foram coletados todos os indivíduos lenhosos entre 5-20 cm de altura, no período da manhã (7h às 9h, e sequencialmente plantados em sacos plásticos. Os indivíduos foram identificados, quantificados e classificados quanto ao estágio sucessional. A sobrevivência das plântulas foi avaliada durante quatro meses. No total foram coletados 1.179 indivíduos arbóreos pertencentes a 48 espécies, 31 gêneros e 23 famílias, dos quais 71% sobreviveram. No conjunto dos dados, houve um aumento gradativo na abundância e riqueza de espécies arbóreas da borda para o interior da floresta, sendo maior a 500 m. A abundância e o número de espécies não pioneiras coletadas foram maiores que as pioneiras. Os resultados apontam elevadas taxas de sobrevivência e que a técnica de transplante pode facilitar o enriquecimento de viveiros com espécies regionais de difícil obtenção e de diferentes grupos funcionais. The use of the diversity of tree species, present in areas where vegetation removal had been authorized, as means of nursery enrichment, has been recommended as an alternative technique for seedling production. The aim of this study was to evaluate the survival rate of transplanted seedlings, from natural regeneration in mature forests, to the nursery. Seedlings were obtained from three 10 x 1 m transects allocated in Amazon transitional forest in Mato Grosso state, Brazil. All woody individuals with

  19. Comparação de infiltração de água no solo mensurada em período seco e úmido, em diferentes usos da terra na bacia do arroio Boa Vista, Guamiranga, Paraná / Assessment of soil water infiltration measured during dry and wet seasons on different land uses in the Boa Vista Basin Stream, Guamiranga, Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vademir Antoneli

    2009-08-01

    Full Text Available ResumoNeste estudo, é comparada a capacidade de infiltração de água no solo mensurada em período seco (agosto e úmido (dezembro. Os usos da terra onde foi mensurada a infiltração foram mapeados previamente (floresta com araucária, agricultura, erva-mate, reflorestamento, pastagem, capoeira e faxinal. A mensuração da infiltração foi feita através de infiltrômetro com anel duplo, sendo que, em cada uso, foram feitas oito repetições em cada período. Verificou-se que ocorreu diferença significativa na capacidade de infiltração de água no solo mensurada no período seco em comparação com o período úmido. As diferenças ocorreram tanto no volume total infiltrado, quanto na taxa de infiltração final. Dentre os usos mensurados, as áreas de pastagens apresentaram a menor capacidade de infiltração. Conclui-se que o padrão e a dinâmica do uso da terra (mosaico espacial, na bacia do arroio Boa Vista, são responsáveis por diferentes respostas na capacidade de infiltração de água. Por consequência, esperam-se também diferentes comportamentos hidro-erosivos em cada unidade de terra existente na bacia.AbstractThis article offers a comparison between the infiltration capacity of water in the soil measured during dry (August and wet (December seasons at the Boa Vista stream basin, in Guamiranga (Paraná State, South Brazil. The land uses there infiltration was measured were previously mapped and featured mixed Ombrophyla Forest, agriculture, Ilex paraguariensis plantations, reforestation, pasture, shrubs and “faxinal” (properties without fencing, whose owners share farming facilities. A double ring infiltrometer was used to measure water infiltration in the soil, with eight repetitions during each season. A significant difference was verified in the infiltration capacity when the soils measured during the dry period were compared with those measured during the wet period. Differences appeared both in the total

  20. Morfometria de Bacias Hidrográficas Através de SIGs Livres e Gratuitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Leonardo Mioto

    2014-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho consiste em realizar a caracterização morfométrica da microbacia de contribuição à captação de água para abastecimento humano no Córrego Guassú, em Mundo Novo, MS, devido à ocorrência problemas operacionais em determinadas épocas do ano, como o baixo volume de água captada. Para a obtenção e o processamento dos dados espaciais priorizou-se a utilização de SIGs (sistemas de informações geográficas livres e gratuitos. Assim, a delimitação da bacia e sua caracterização morfométrica foram realizadas automaticamente nos softwares gvSIG e QuantumGIS, respectivamente. A area da bacia é de 62,75km2 , a qual possui forma alongada, com menor propensão a inundação em condições normais de pluviosidade, baixa densidade de drenagem e relevo suave-ondulado. Como solução para os problemas enfrentados na microbacia, propõe-se a construção de um reservatório no atual ponto de captação. Por fim, os SIGs livres e gratuitos utilizados cumpriram todas as demandas propostas por este estudo de forma satisfatória.

  1. Qualidade da água de nascentes com diferentes usos do solo na bacia hidrográfica do córrego rico, São Paulo, Brasil Water quality of springs with different land uses in córrego rico watershed, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicole M. M. Donadio

    2005-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar a influência de remanescentes de vegetação ciliar e da ação antrópica na qualidade da água, estudaram-se quatro nascentes, sendo duas com a presença de vegetação natural remanescente e duas com predominância de atividades agrícolas. Essas nascentes fazem parte da bacia hidrográfica do Córrego Rico, estando localizadas nos municípios de Taquaritinga e de Guariba - SP, em duas classes de solo: Argissolo e Latossolo, respectivamente. Definiram-se pontos de coleta da água nas nascentes e ao longo dos cursos d'água (entre 0 a 50 m da nascente, em dois períodos (chuvoso e seco. Foram analisadas as seguintes variáveis: cor, pH, temperatura, turbidez, alcalinidade, dureza total, dureza em magnésio, dureza em cálcio, fósforo, nitrogênio e demanda bioquímica de oxigênio. De maneira geral, ocorreu agrupamento por nascentes e também por períodos, confirmando que os períodos de amostragem, assim como as características e diferentes usos do solo influenciam na qualidade da água das microbacias. As variáveis cor, turbidez, alcalinidade e nitrogênio total foram as que apresentaram maior importância relativa nas variáveis canônicas.With the objective of verify the remainders influence of ciliary vegetation and of the human action on the water quality, four springs were studied, with two springs on presence of remaining natural vegetation and two springs with agricultural activities predominance. These springs are part of Córrego Rico watershed, being located in the municipal districts of Taquaritinga and Guariba, São Paulo State, Brazil, in two classes of soil: argisoil and latosoil, respectively. Points of collection of water were defined on the spring and along the water flow (among 0 to 50 m of the spring, in two periods (rainy and dry. The following variables were analyzed: color, pH, temperature, turbidity, alkalinity, total hardness, magnesium hardness, calcium hardness, phosphorus, nitrogen

  2. Influence of urbanisation on water quality in the basin of the upper Uruguay River in western Santa Catarina, Brazil Influência da urbanização sobre a qualidade da água na bacia do alto Rio Uruguai no oeste de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Zeni Ternus

    2011-06-01

    Full Text Available AIM: The main objective of the study was to evaluate the limnological characteristics of rivers flowing through urban and rural areas in the upper Uruguay River basin in western Santa Catarina (SC, Brazil. METHODS: Sampling sites in the tributaries were selected along the longitudinal gradient and the different use of the soil in adjacent areas. Samples were collected bimonthly from March 2005 to August 2006. The following were analysed: depth, pH, electrical conductivity, dissolved oxygen concentration (DO, water temperature, chemical oxygen demand (COD, total alkalinity, ammonia, nitrite, nitrate and phosphorus were analysed. RESULTS: In most of the rivers analysed, we found a continuum from the spring to the river mouth that was characterised by a gradual increase in electrical conductivity, COD, phosphorus, alkalinity, nitrite and nitrate. However, an alteration from this pattern was found in rivers passing through urban areas. This deviation was due to high organic matter input poured into the rivers from these areas. CONCLUSIONS: Degraded riparian forest was observed along most of the bodies of water, which facilitates the entry of pollutants. Although the studied area suffers from intense farming activity (agriculture and livestock and has the highest concentration of swine livestock in the country, the rivers that were most altered from their natural state were those that were influenced by sewage and industrial effluents from urban development.OBJETIVO: O objetivo desta pesquisa foi avaliar as características limnológicas de rios que atravessam áreas rurais e urbanas na bacia do alto Rio Uruguai no oeste de Santa Catarina, Brasil. MÉTODOS: Foram selecionados pontos nos afluentes, obedecendo ao gradiente longitudinal e diferente uso do solo das áreas adjacentes. As amostragens foram bimestrais de março de 2005 a agosto de 2006. Foram analisadas as variáveis profundidade, pH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido (OD

  3. Efeito do gradiente altitudinal/latitudinal sobre espécies de aves florestais da família Furnariidae na Bacia do Rio Tibagi, Paraná, Brasil Effect of altitudinal/latitudinal gradient about forest ovenbirds species (Aves: Furnariidae in the Tibagi river basin, Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando de L. Fávaro

    2006-03-01

    Full Text Available Variações na riqueza e abundância de Furnariidae florestais foram analisadas ao longo do gradiente altitudinal/latitudinal da bacia do rio Tibagi (BRT, Paraná, Brasil. A Floresta Ombrófila Mista (1060 m a.n.m. é a formação dominante no sul da BRT, enquanto que a Floresta Estacional Semidecidual (298 m a.n.m., ocorre no norte. O número total de espécies obtidas na BRT foi 14. A riqueza e a abundância de Furnariidae foram maiores no sul (12 espécies, IPA = 2,01 do que no norte (cinco espécies, IPA = 0,45 da BRT. As similaridades também foram altas entre o sul e o centro da BRT. A estrutura da comunidade de Furnariidae também apresentou correlação positiva entre o sul e o centro da BRT (coeficiente de correlação por postos de Spearman; r s = 0,96, r s = 0,89, r s = 1,00. As relações evolutivas de alguns representantes de Furnariidae com o sul da América do Sul e com os Andes podem explicar a maior presença desta família no sul da BRT. Um outro aspecto que também pode ajudar a explicar os resultados apresentados por Furnariidae são as semelhanças entre a Floresta Ombrófila Mista do sul da BRT e outras florestas temperadas da América do Sul.Variations in richness and abundance of forest ovenbirds (Aves: Furnariidae were studied along an altitudinal/latitudinal gradient of the Tibagi river basin (TRB, southern Brazil. Mixed Temperate Rain Forest (1060 m a.s.l. is the dominant forest in the southern TRB while Seasonal Semideciduous Forest (298 m a.s.l. occurs in the northern. The total number of species obtained in the TRB was 14. Richness and Abundance of Furnariidae were greater in the southern (12 species, IPA = 2.01 than in the northern (five species, IPA = 0.45 TRB. Similarities were also greatest in the southern and in the middle TRB. The community structure of Furnariidae also presented a positive correlation between the southern and the middle TRB (Spearman's rank correlation coefficient; r s = 0.96, r s = 0.89, r s

  4. Assessment of Oriçanga and Itupeva rivers water quality at the Pardo-Mogi watershed (São Paulo State, Brazil Avaliação da qualidade da água dos rios Oriçanga e Itupeva na bacia dos rios Pardo-Mogi (Estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Silveira-Guerra Moura e Silva

    2010-09-01

    seu nível de integridade ambiental, baseado no índice desenvolvido por Callisto et al. (2002. Bimensalmente, foram medidos parâmetros físico-químicos e biológicos. A Análise de Componentes Principais (ACP avaliou a relação entre locais e amostras. Medidas de perda de solo avaliaram os impactos do uso da terra na bacia estudada; RESULTADOS: Foram identificadas cinqüenta e duas famílias de macroinvertebrados em ambos os rios Oriçanga e Itupeva. A família Calamoceratidae (Trichoptera, composta por fragmentadores, teve maior porcentagem no local mais preservado da mata ripária. Contrariando o esperado, o ponto de coleta ORIC 1, considerado pouco perturbado de acordo com o Protocolo de Avaliação Rápida, apresentou baixos valores para riqueza de famílias e índice de diversidade de Shannon-Weaver, o que pode ser atribuído à retirada da mata ripária, resultando em uma menor biodiversidade aquática. A Análise de Componentes Principais (ACP mostrou diferenças entre parâmetros físico-químicos e famílias de macroinvertebrados, mas estas diferenças não foram tão evidentes a ponto de diferenciar os locais de coleta de acordo com o seu nível de integridade ambiental; CONCLUSÕES: A qualidade da água pareceu estar relacionada com o uso da terra, pois a perda de solo prevaleceu em áreas de pastagem e cultura de cana-de-açúcar, onde os parâmetros bióticos e físico-químicos de qualidade de água estavam em pior condição. E ainda, os usos da terra devem considerar a inclinação de áreas próximas aos ecossistemas aquáticos, devido ao potencial de impacto ambiental, especialmente de erosão e entrada de efluentes poluentes.

  5. ANÁLISE E COMPARTIMENTAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO RIO DAS VELHAS – REGIÃO CENTRAL DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Soares Cherem

    2011-11-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do Rio das Velhas, porção central de Minas Gerais, é objeto de estudos geomorfológicos desde o início do século XX e, durante esse período, avanços conceituais e metodológicos permitiram que os resultados obtidos inicialmente fossem reinterpretados num novo contexto científico. Os estudos desenvolvidos nessa bacia se concentram em seu alto curso por este corresponder ao núcleo da Província Mineral do Quadrilátero Ferrífero, uma paisagem montanhosa peculiar marcada por forte condicionamento litológico, estrutural e tectônico. Entretanto, o foco de análise da geomorfologia regional ainda não havia se voltado à análise morfométrica dessa bacia hidrográfica. Essa análise permite a compartimentação de bacias hidrográficas em agrupamentos de sub-bacias com características homogêneas e, consequentemente, subsidia estudos geomorfológicos de outra natureza e o planejamento e a gestão ambiental do território. Nesse contexto, esse artigo visa fornecer esse tipo de subsídio para a bacia hidrográfica do alto Rio das Velhas. Para tanto, são apresentadas a análise e a compartimentação morfométricas dessa bacia, avaliando a significância estatística das Leis de Horton e a distribuição espacial dos demais parâmetros morfométricos. Os resultados indicam o agrupamento de sub-bacias para nove dos onze parâmetros morfométricos avaliados. Esse comportamento permite a compartimentação dessa bacia em cinco grupos, cuja diferenciação se deve a aspectos lito-estruturais e tectônicos. Observa-se que os aspectos litológicos condicionam a composição desses agrupamentos, sendo os principais elementos na configuração do relevo e da rede de drenagem, embora haja variação morfométrica entre as porções E e W no granito-gnaisse do Complexo do Bação

  6. Calibração e validação do modelo SWAT para simulação hidrológica em uma bacia hidrográfica do litoral norte catarinense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éverton Blainski

    2017-03-01

    Full Text Available Os estudos hidrológicos em bacias experimentais têm sido realizados devido à necessidade de compreensão dos processos que controlam o movimento da água e sedimentos e seus impactos na disponibilidade e qualidade das águas. Os modelos hidrológicos são ferramentas com alto potencial para a simulação de cenários hipotéticos em diferentes escalas. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do modelo SWAT para representação do fluxo hidrossedimentológico em uma bacia hidrográfica catarinense a partir dos procedimentos usuais de calibração e validação. O estudo foi realizado na bacia do rio Camboriú com uma área de 195 km². Na análise do desempenho do modelo comparou-se os dados de vazão e sólidos transportados medidos e simulados na seção de controle. Os resultados obtidos atestaram a capacidade do SWAT para as simulações hidrossedimentológicas nessa bacia. Entretanto, foi preciso realizar a sua calibração para que as simulações atendessem os critérios de qualidade estabelecidos. Após a calibração, observou-se uma tendência de subestimativa das variáveis simuladas, porém, dentro de limites aceitáveis. Além disso, foi possível comprovar a eficiência do modelo para simulação das curvas de permanência das variáveis estudadas, caracterizando o SWAT como uma ferramenta importante na gestão de bacias hidrográficas como a do rio Camboriú.

  7. Determinação de perdas de solo na bacia hidrográfica do córrego Ipiranga em Cidade Gaúcha, Estado do Paraná, com aplicação da Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS = Estimates of soil losses in the Ipiranga river basin in Cidade Gaúcha, State of Paraná, with application of the Universal Soil Loss Equation (USLE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Bueno do Prado

    2005-01-01

    Full Text Available Objetivando a predição das perdas de solo por erosão laminar na bacia do córrego Ipiranga no Município de Cidade Gaúcha, Estado do Paraná, foi empregada a Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS com o auxílio de técnicas de geoprocessamento. O ambiente SIG permitiu a completa integração entre os dados, a obtenção dos parâmetros da EUPS e o cálculo das perdas de solo anuais e sazonais, considerando-se os diferentes tipos de solos e de usos e ocupação na área. Os resultadosobtidos associam as maiores perdas de solo às áreas cultivadas com cana-de-açúcar e mandioca (>20 ton.ha-1.no-1. A primavera é o período mais crítico para a erosão laminar enquanto que no outono são verificadas as taxas mais baixas de perdas de solo.The prediction of soil loss via laminar erosion at Ipiranga river basin, situated in Cidade Gaúcha county, State of Paraná, was carried out by applying both the Universal soil Loss Equation (USLE and the Geographic Information System (GIS. The GIS environment provided acomplete integration of the data, as well as helped the authors of this paper to obtain the USLE parameters and the calculus of the annual and seasonal soil losses, considering the different types of soil, their usage and the area cover-management. The results obtainedindicated a high soil loss in areas where sugar cane and manioc (>20 t.ha-1.no-1 are cultivated. Spring is the most critical period for laminar erosion, while autumn is the period which shows the smallest number of soil losses.

  8. Esboço sócio-ambiental da bacia hidrográfica do rio Passa Vaca, SSA-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Puentes Torres

    2009-03-01

    Full Text Available O trabalho apresenta o resultado de estudos iniciais sobre a bacia hidrográfica do rio Passa Vaca, que se encontra com o Rio Jaguaribe na sua foz, localizada na orla Leste de Salvador, Bahia. Utiliza como método de interpretação espacial a análise morfométrica para obter os parâmetros físicos mais significativos da bacia e algumas características ambientais como, por exemplo, fatores do potencial ecológico e exploração biológica, entre outros. Analisa as formas das vertentes encontradas, as características geológicas, hídricas e morfológicas da área. Questiona, a partir das principais atividades socioeconômicas desenvolvidas no espaço geográfico estudado, os impactos evidenciados pela supressão da cobertura vegetal em toda a bacia e seus reflexos na degradação do manguezal localizado em seu estuário. Referencia-se numa estreita interação dinâmica com as atividades socioeconômicas desenvolvidas no interior do recorte estudado, para identificar as modificações fisiográficas da paisagem do curso do rio e de seus tributários.

  9. Comunidade arbórea de uma floresta estacional decídua sobre afloramento calcário na Bacia do rio Paraná Arboreal community of a seasonal deciduous forest on limestone outcrop in São Domingos - Goiás, Parana river Basin, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Álvares da Silva

    2004-02-01

    Full Text Available A bacia do rio Paraná (GO e TO, com 5.940.382 ha, tem alta diversidade de fitofisionomias, com sua flora pouco conhecida. As atividades de extração de madeira e implantação de pastagem contribuíram decisivamente para a remoção da vegetação. Este estudo foi conduzido em uma floresta estacional decídua sobre afloramento calcário (aproximadamente 13º41'16"S e 46º44'20"W e 462 m de altitude - fazenda Canadá (São Domingos-GO. Foram demarcadas cinco linhas paralelas, a intervalos de 100 m, onde foram distribuídas aleatoriamente 25 parcelas de 20 x 20 m (total de 1 ha. Em cada parcela foram amostradas todas as árvores com diâmetro do caule a 1,3 m de altura do solo (DAP > 5 cm, nos quais foi medido o DAP, estimada a altura máxima e identificada a espécie. Foram amostrados 924 indivíduos de 48 espécies, 38 gêneros e 24 famílias e obtidos o índice de Shannon-Wienner de 2,99 nats/ind. e a equabilidade de 0,77. As espécies que apresentaram maior valor de importância (VI foram Myracrodruon urundeuva (36,09, Pseudobombax tomentosum (34,75, Dilodendron bipinnatum (26,61, Combretum duarteanum (22,19, Jacaranda brasiliana (21,57, Commiphora leptophloeos (19,18, Astronium fraxinifolium (13,84, Tabebuia impetiginosa (13,79, Pseudobombax longiflorum (11,64 e Machaerium scleroxylon (10,00, que juntas somaram 69,9% do VI total. A diversidade foi próxima à encontrada em outros trabalhos em floresta estacional decídua sobre solo e afloramento na região.The Parana River basin - an area of 5,940,382 ha located in Brazil- has a highly diverse phytophysiognomy and scarce flora information. Wood extraction and pasture activities have decisively contributed to the removal of vegetation in this area. This study was carried out in a seasonal deciduous forest on limestone outcrop (approximately 13º41'16" S and 46º44'20" W on Canada Farm (São Domingos-GO. Twenty -five plots of 20 m x 20m (1 ha were randomly allocated on parallel lines 100 m

  10. Levantamento florístico do componente arbustivo-arbóreo da vegetação ciliar na bacia do rio Taperoá, PB, Brasil Floristic survey of components of shrub-tree riparian vegetation in the Taperoá river basin, Paraíba State, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alecksandra Vieira de Lacerda

    2005-09-01

    Full Text Available Considerando o papel relevante e o nível de degradação presente nas áreas ciliares, a pesquisa objetivou estudar a composição florística do componente arbustivo-arbóreo da vegetação ciliar em diferentes ambientes hídricos do semi-árido paraibano na bacia do rio Taperoá. O levantamento florístico foi realizado no período de junho/2002 a fevereiro/2003 e abrangeu nove pontos distribuídos ao longo de rios, riachos, lagoa e açude. A definição das atividades apoiou-se em análise de cartas e mapas da vegetação em escala de 1:100.000 e caminhadas aleatórias que permitiram a realização de coleta de material vegetal, utilizado para identificação por meio de consultas a especialistas e de morfologia comparada, usando bibliografia especializada e análise das exsicatas depositadas no herbário Lauro Pires Xavier - JPB (UFPB, João Pessoa, PB. A vegetação arbustivo-arbórea da mata ciliar nos nove pontos amostrados foi representada por 43 espécies, das quais 41 são pertencentes a 19 famílias, e duas espécies permaneceram indeterminadas. As famílias que apresentaram o maior número de espécies foram Mimosaceae (sete, Caesalpiniaceae (cinco e Euphorbiaceae (cinco. Os resultados da análise de agrupamento indicaram que as áreas ciliares apresentaram certa particularização em termos de composição florística, o que se refletiu nos baixos índices de similaridades entre o conjunto de áreas amostradas.Considering the relevant role and the current level of degradation of riparian areas, this work aimed to study the floristic composition of shrub-tree riparian vegetation at different hydric environments in the Taperoá river basin, in the semi-arid region of the Paraíba State, Northeast Brazil. The survey was performed from June 2002 to February 2003. Nine sampling sites were distributed along rivers and streams, and around lagoon, and dam. The definition of activities was based on the analysis of charts and vegetation maps

  11. Atributos físicos indicadores da qualidade do solo sob sistemas de manejo na bacia do alto do Rio Grande-MG Physical properties as indicators of soil quality on different management systems at the alto Rio Grande, state of Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Ribeiro da Silva

    2005-08-01

    Full Text Available O uso agrícola provoca alteração nos atributos físicos do solo. Normalmente essa alteração induz uma deterioração de sua qualidade, em decorrência da retirada da cobertura vegetal e o excessivo uso da mecanização. Diante disso, avaliou-se as alterações de alguns atributos indicadores da qualidade física de um Latossolo Vermelho-Amarelo Ácrico típico, sob diferentes sistemas de manejo em relação ao cerrado nativo. Para tanto foram coletadas amostras de solo nas camadas de 0-10, 10-20 e 20-30 cm na região Campos das Vertentes, na Bacia Alto do Rio Grande, MG. Os atributos físicos avaliados foram: estabilidade de agregados, expresso pelo diâmetro médio geométrico; densidade do solo; porosidade do solo e resistência do solo à penetração. Os sistemas de manejo avaliados foram: cultivo convencional com batata (CCB; cultivo convencional com batata sucedido por aveia em rotação com milho (CCBAM; cultivo convencional com milho (CCM; plantio direto com milho (PDM; cultivo com eucalipto (CE e cerrado nativo (CN como testemunha. A densidade do solo aumentou nos sistemas CCBAM e PDM, em relação ao cerrado nativo. O volume total de poros foi reduzido nos sistemas CCB, CCBAM e PDM, mesmo com o pouco tempo de cultivo nos sistemas CCB e CCBAM. Os sistemas convencionais CCB, CCBAM e CCM não alteraram a estabilidade de agregado do solo o suficiente para diferir do cerrado nativo. Os sistemas com menor revolvimento estão estabelecendo uma nova condição de equilíbrio. O menor revolvimento do solo, o acúmulo de matéria orgânica e a ação agregante do sistema radicular das gramíneas nos sistemas PDM e CE foram benéficos na manutenção da qualidade do solo. A resistência à penetração foi reduzida nas camadas superficiais nos sistemas convencionais CCB, CCBAM e CCM em função da mobilização do solo. Não houve diferenças significativas na permeabilidade do solo à água entre os sistemas de manejo (CCB, CCBAM, CCM e PDM

  12. Diagnóstico físico-ambiental como subsídio a identificação de áreas vulneráveis à erosão na bacia hidrográfica do Ribeirão do Espírito Santo, Juiz de Fora (MG), Brasil

    OpenAIRE

    Pinto, Vívian Gemiliano; Lima, Ricardo Neves de Souza; Ribeiro, Celso Bandeira de Melo; Machado, Pedro José de Oliveira

    2014-01-01

    Um diagnóstico físico-ambiental pode auxiliar no entendimento dos mecanismos que atuam nas áreas naturais e antropizadas, permitindo orientar as atividades a serem desenvolvidas, de maneira a subsidiar ações preservacionistas e conservacionistas, evitando-se intervenções irreversíveis e conservando os recursos naturais da região. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi estudar a Bacia Hidrográfica do Ribeirão do Espírito Santo (BHRES), em Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, através de u...

  13. Impacto do uso e ocupação da terra na qualidade da água da bacia hidrográfica do rio Nhapindazal, Irati (PR / Impact of land use and occupation on the water quality of Nhapindazal river watershed, Irati, (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Augusto Tomazzoni Lubenow

    2012-12-01

    Full Text Available ResumoO objetivo desta pesquisa foi elaborar o mapa de uso e ocupação da bacia do rio Nhapindazal por meio de técnicas de processamento e classificação digital de imagens orbitais e buscar relações com as análises de qualidade da água obtidas em duas campanhas em diferentes locais da bacia, identificando-se os agentes poluidores. Foram utilizadas imagens de cinco metros de resolução espacial e o processo de classificação por regiões considerando dois parâmetros para classificação de imagens: limiar de similaridade e área mínima. Foram realizadas duas campanhas de coleta de água para análise em oito pontos estratégicos da bacia, sendo que em cada amostra coletada foi caracterizada para os seguintes parâmetros: pH, turbidez, fósforo total, Demanda Bioqu��mica de Oxigênio (DBO, Oxigênio Dissolvido (OD, Sólidos Totais (ST, Sólidos Suspensos Totais (SST, Sólidos Dissolvidos Totais (SDT, coliformes totais e Escherichia coli. Os resultados demonstraram que alterações observadas nos valores dos parâmetros de qualidade da água possuem em alguns locais, relação com as acentuadas modificações do uso e ocupação da bacia nos últimos anos. Abstract The objective of this research was to draw a map of use and occupation of the Nhapindazal River Basin, through processing techniques and digital classification of satellite images. The study also aimed at seeking for correlations between the images and the analysis of water quality obtained during two campaigns in different areas of the basin, identifying the pollutants. The images used were of 5 meters spatial resolution, and the process of classification by regions considered two parameters for image classification: similarity threshold and minimum area. Two campaigns were conducted to collect water for analysis in eight strategic points of the basin, and each collected sample was characterized in relation to the following parameters: pH, turbidity, total phosphorus

  14. Resposta da assembleia de formigas na interface solo-serapilheira a um gradiente de alteração ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego S. Gomes

    2013-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou avaliar a resposta da assembleia de formigas que nidificam na interface solo-serapilheira a um gradiente de alteração ambiental. O estudo foi realizado em três ambientes com diferentes usos do solo: fragmento florestal, sistema agroflorestal (SAF e pastagem situados em região de domínio da mata atlântica no sudeste do Brasil. Em cada ambiente foram demarcadas 10 parcelas de 1 m² e todos os ninhos de formigas encontrados foram registrados. Foram encontrados 215 ninhos (103 no fragmento florestal, 64 no sistema agroflorestal e 48 na pastagem, de 31 espécies. O número acumulado de espécies foi maior no fragmento florestal que na pastagem, mas não diferiu do SAF. A composição de espécies foi diferente entre o fragmento florestal e os outros dois ambientes. A riqueza média de espécies de formigas por parcela foi maior no fragmento florestal e menor na pastagem. A quantidade de serapilheira não foi um fator importante para as diferenças na riqueza de espécies. Atividades humanas que reduzam a heterogeneidade da vegetação alteram a composição e diminuem a riqueza de espécies das assembleias de formigas.

  15. Análise temporal da permeabilidade da superfície urbana da sub-bacia do córrego centenário em Lavras, MG

    OpenAIRE

    Furtini,Marcelo Barbosa; Ferreira,Elizabeth; Sampaio,Fabrício de Menezes Telo

    2007-01-01

    Nos últimos anos, séries de estudos têm sido realizadas por estudiosos de diferentes áreas para estabelecer os efeitos da urbanização na hidrologia de sub-bacias. O processo de urbanização freqüentemente produz alterações na drenagem da água pluvial. Um SIG com dados cadastrais planaltimétricos e fotografias aéreas permitiram estudar a ocupação em 3 diferentes períodos (1999, 1986 e 1971) na sub-bacia do Centenário, na cidade de Lavras, MG. Objetivou-se com este estudo realizar a análise temp...

  16. MORFOMETRIA E EVOLUÇÃO DO USO DO SOLO E DA VAZÃO DE MÁXIMA EM UMA MICRO BACIA URBANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    2014-12-01

    Full Text Available O conhecimento dos atributos físicos de uma bacia hidrográfica é de suma importância para a identificação dos parâmetros que auxiliam no melhor gerenciamento dos recursos hídricos. Portanto, a caracterização morfométrica e a avaliação do uso do solo de uma bacia hidrográfica se torna uma ferramenta importante para gestão dos recursos hídricos, pois permite prever o grau de vulnerabilidade da bacia a fenômenos extremos como enchentes e inundações. Sendo assim, o presente trabalho pautou no uso das técnicas do geoprocessamento de imagens digitais para análise de atributos morfométricos e da mudança do uso do solo em uma micro bacia urbana no município de Lavras, MG, relacionando-os com a estimativa de vazão máxima como resposta a chuvas de alta intensidade. A análise dos dados e a interpretação dos resultados obtidos nas condições atuais da micro bacia hidrográfica permitiram concluir que o padrão de drenagem formado pelos cursos d’água caracteriza-se como dendrítico e de 4º ordem. A micro bacia do Ribeirão Vermelho possui a forma alongada, evidenciando um menor risco de cheias em condições normais de pluviosidade anual. O mapeamento e ocupação do solo de 2003 e 2013 indicou um aumento da área urbana em contraste com uma redução na área de pastagem, entretanto, não se observou alterações na vazão de pico entre estes anos.

  17. Estudo dos altos estruturais de Pitanga, Artemis, Pau D'Alho e Jibóia (flanco nordeste da bacia sedimentar do Paraná), através dos métodos geofísicos da gravimetria e magnetometria terrestres

    OpenAIRE

    Fries, Maximilian [UNESP

    2008-01-01

    Levantamentos geofísicos, através das técnicas da gravimetria e magnetometria realizados em escala de semi-detalhe na região dos altos estruturais de Pitanga, Ártemis, Pau D’Alho e Jibóia, localizados na porção nordeste da Bacia Sedimentar do Paraná, região sudeste do Brasil, permitiram identificar lineamentos estruturais que são associados aos principais trends reconhecidos em estudos para a Bacia Sedimentar do Paraná tanto em escala regional como para a área determinada. O Setor Pitanga/Árt...

  18. Sustentabilidade da produção madeireira e potencial para geração de energia em Manejo Florestal Comunitário, FLONA do Purus, Amazônia Ocidental.

    OpenAIRE

    Brandão, Pedro Christo

    2009-01-01

    Este estudo foi conduzido na Floresta Nacional do Purus (FLONA do Purus), Unidade de Conservação (UC) de Uso Sustentável localizada no município de Pauiní, Estado do Amazonas, que abrange 256 mil hectares de floresta natural. A comunidade Vila Céu do Mapiá, maior núcleo populacional da FLONA, apresenta uma série de demandas sociais, sobressaindo-se estudos que fundamentem técnicas de produção florestal sustentável e que solucionem o suprimento de energia elétrica. Com vistas a contribuir para...

  19. Avaliação geológico-ambiental da compatibilidade da legislação florestal para a conservação da continuidade floral no bioma Cerrado.

    OpenAIRE

    Alvarenga, Luciano José

    2010-01-01

    Esta investigação tem caráter interdisciplinar, procurando conduzir um diálogo entre Geologia Ambiental, Fitogeografia e outras ciências dedicadas à conservação de recursos naturais e o Direito. Analisa-se a compatibilidade entre condições naturais próprias para a conservação do Cerrado, com suas diferentes formas de vegetação e de vida em geral, e a legislação florestal em vigor. Toma-se como eixo condutor dessa análise a continuidade floral – aqui compreendida, com apoio na literatura cient...

  20. Análise comparativa de metodologias aplicadas à delimitação da bacia hidrográfica do Rio Doce – RN / Comparative analysis of methodologies applied to the demarcation of the basin of Rio Doce - RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franklin Roberto da Costa

    2016-12-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica é considerada um recorte geográfico importante para o planejamento ambiental. A sua precisa delimitação permite realizar um planejamento adequado para ocupação e uso correto pela sociedade. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise comparativa visual das delimitações automáticas realizadas com os programas TauDEM, SAGA e TERRAHIDRO, bem como da delimitação por análise visual, com as delimitações oficiais do SEMARH - RN e a ANA (ottobacia nível 05, visando redefinir e atualizar os limites da bacia hidrográfica do Rio Doce/RN. Para fazer a delimitação utilizaram-se os dados de elevação do terreno do banco de dados geomorfométricos do Brasil, TOPODATA, hidrografia das cartas topográficas da SUDENE, na escala 1:100.000, imagens do Google Earth. Os dados foram trabalhados nos SIGs QGIS 2.14 Essen e o Terraview hidro 0.4.1. Os resultados mostraram que a delimitação por análise visual e a automática utilizando a plataforma TERRAHIDRO identificaram os limites da bacia em suas áreas aplainadas. Já o TauDEM e o SAGA identificaram um paleocanal do rio Doce, direcionando, assim o ponto exutório da bacia. Entende-se que o TERRAHIDRO apresentou o melhor resultado para a delimitação da bacia, propondo-se seu uso para pesquisas relacionadas à bacia em escalas média e grande.

  1. Elaboração de Carta de Risco de Contaminação por Agrotóxicos para a Bacia do Riacho da Estiva, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Cavalcante de Jesus França

    Full Text Available RESUMO O objetivo com a realização deste trabalho foi determinar áreas com risco de contaminação por agrotóxicos utilizados na produção de monoculturas anuais na bacia do Riacho da Estiva, afluente do Rio Uruçuí-Preto, Piauí, por meio de álgebra de mapas, fazendo-se uso de planos de informação ambiental para determinar a tendência do comportamento da água, infiltração e escoamento, juntamente com o transporte de agrotóxicos. O cruzamento dessas informações foi utilizado para gerar um mapa com as áreas de risco de contaminação por agroquímicos utilizados. A bacia hidrográfica apresentou elevada antropização, com aumento de aproximadamente 55% do uso e ocupação do solo por culturas agrícolas em um período de 27 anos (1984 a 2011. Área de 269 Km2, que corresponde a 11% da área da bacia, apresenta alto potencial de risco de contaminação por agroquímicos, 45% apresentam médio risco de contaminação e 44% apresentam baixo risco de contaminação.

  2. Dinâmica geomorfológica da bacia hidrográfica do córrego Bom Jardim, Brasilândia - MS

    OpenAIRE

    Grechia, Luciano

    2011-01-01

    O presente trabalho tem como objetivo entender os processos de formação de feições erosivas na bacia hidrográfica do córrego Bom Jardim, localizada no município de Brasilândia, estado de Mato Grosso do Sul. Para a análise desses processos optou-se pela construção de cartas morfométricas e análises de variáveis coadjuvantes, que associadas permitiram melhor compreensão da dinâmica erosiva do relevo da área da bacia. As cartas morfométricas constituem-se em documentos cartográficos elaborados c...

  3. Mecanismo de Desenvolvimento Limpo Florestal e a Heveicultura no Estado do Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldione da Silva Lessa

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste artigo foi gerar informações econômicas sobre plantios de seringueira (Hevea spp. inseridos no mercado de carbono no âmbito do mecanismo de desenvolvimento limpo (MDL e implantados no estado do Acre. Para tal, considerando dados sobre os projetos locais de seringal de cultivo, foram quantificados o Valor Presente Líquido (VPL e o Valor Esperado da Terra (VET, assim como a Taxa Interna de Retorno (TIR desses plantios. Dos resultados gerados, concluiu-se que os reflorestamentos com seringueiras destinados ao sequestro de carbono no âmbito do MDL Florestal, apresentam potencial para serem viáveis, caso implantados no Acre e, assim, fortalecerem a economia de base florestal dessa região, desde que a sua renda não sofra uma queda de 20%, ou mais, em relação ao valor médio obtido neste estudo.

  4. Potencial de erosão da bacia do Rio Uberaba Potential of erosion in Uberaba River watershed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato F. do Valle Júnior

    2010-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo identificar qualitativamente as áreas suscetíveis à erosão laminar na bacia do Rio Uberaba, localizada em Uberaba -MG, apoiado no modelo matemático da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS. Foram utilizadas cartas de: solos, uso e ocupação das terras, redes de drenagem, declividade e dados pluviográficos, utilizando-se de um Sistema de Informação Geográfica (SIG -IDRISI. A espacialização do potencial de erosão só foi possível a partir da estimativa da tolerância às perdas laminares para cada tipo de solo da bacia, e da profundidade dos solos, por entender que as perdas são mais significativas em solos mais rasos do que em solos muito profundos. Na análise dos resultados, verificou-se que 37% da área total da bacia do Rio Uberaba (905,24 km² sofrem perdas de solos acima do limite de tolerância, sendo 12% em solos profundos e 25% em muito profundos, e a espacialização deste evento favorece a adoção de ações efetivas quanto à conservação dos solos da bacia.This work aimed to identify qualitatively the areas susceptive to laminar erosion in Uberaba river watershed, located in Uberaba-MG, Brazil, based on the mathematical model of the Universal Soil Loss Equation (USLE. The following maps had been used: soil, land use, drainage net, slope and rainfall data, using a Geographic Information System (GIS - IDRISI to analyze and manage the data that are linked to the location. The spatiality of the potential of erosion was possible from the estimative of the tolerance to laminar losses for each kind of soil in the watershed and soil depth, to understand that the losses are more significant in flatter soil than in very deep ones. In the analysis of the results, it was verified that 37% of the total area of the watershed of the Uberaba river (905,24 km² showed losses above the tolerance limit, being 12% in deep soil and 25% in very deeply ones, and the spatiality of this event, regards to

  5. ANÁLISE DE ASPECTOS FÍSICOS DA BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO, LOCALIZADA EM JATAÍ (GO, BRASIL, APOIADO EM GEOTECNOLOGIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wellmo dos Santos Alves

    2017-08-01

    Full Text Available Diversas atividades são desenvolvidas na bacia do córrego Bonsucesso, sendo as principais: agricultura, pecuária e empreendimentos turísticos. Essas atividades são importantes para o desenvolvimento do Sudoeste de Goiás. Sabendo-se que a análise de aspectos físicos é essencial para a adequada gestão de bacias hidrográficas, objetivou-se analisar o uso da terra, a cobertura vegetal e a morfometria da bacia do córrego Bonsucesso, localizado no município de Jataí (GO, apoiado em geotecnologias. A bacia hidrográfica, com 152 km², apresenta predominância de agricultura, seguida de cerrado, pastagem, rodovia pavimentada, lago Bonsucesso, área construída, área urbanizada, solo exposto e areia. Os resultados obtidos para a geometria inferem que a bacia é alongada, proporcionando baixa tendência à enchente. Considerado canal tortuoso, a baixa porcentagem da declividade do canal principal não propicia grande velocidade de escoamento das águas. O relevo da bacia hidrográfica varia de plano a escarpado, com predominância de área com relevo ondulado, suave-ondulado e forte ondulado, sendo favorável às atividades agrícolas, desde que associadas a práticas específicas de conservação do solo e respeitada a legislação ambiental vigente. Os valores apresentados para a densidade de drenagem, coeficiente de manutenção e extensão do percurso superficial indicam presença de solos mais permeáveis. Estes resultados subsidiam o planejamento e a gestão ambiental desse recurso hídrico, melhorando a qualidade ambiental e de vida, além de servir de base para futuros estudos.

  6. Monitoramento de água e sedimento no Rio Palmeiras, Bacia Hidrográfica do Tubarão (SC, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzi Mari Brandelero

    Full Text Available RESUMO A mineração de carvão na Bacia Carbonífera Catarinense causa poluição dos recursos hídricos. O objetivo do estudo foi caracterizar a água e o sedimento do Rio Palmeiras, na Bacia Hidrográfica do Tubarão, pela quantificação de metais na água em espectrômetro de massa com fonte de plasma indutivamente acoplado (ICP-MS e no sedimento em espectrometria de absorção atômica de alta resolução com fonte contínua (HR-CS AAS, e outras variáveis, relacionadas à mineração de carvão. Na água, ocorreu aumento das concentrações de Ca, Mg, Fe, Al, Mn, Zn, e Pb, e no sedimento, ocorreu a diminuição das concentrações de Al, Mn, Zn, Cu e Pb em função da mineração de carvão, propiciada pela solubilização devida ao baixo pH da água. Observaram-se correlações entre as concentrações dos metais na água, no sedimento e cruzadas entre os teores na água e no sedimento.

  7. Análise climática da Bacia Hidrográfica do Rio Mamanguape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elydeise C. A. dos Santos

    2015-01-01

    Full Text Available A precipitação no Nordeste brasileiro apresenta grande variabilidade, motivo pelo qual o monitoramento dos períodos secos e chuvosos se faz necessário, haja vista ser imprescindível para garantir o gerenciamento adequado dos recursos hídricos. Neste sentido foi utilizado o Índice de Anomalia de Chuva a fim de monitorar os períodos secos e chuvosos e suas intensidades. Utilizaram-se dados de 31 postos distribuídos ao longo da Bacia Hidrográfica do Rio Mamanguape com série histórica de 18 anos (de 1994 a 2011. Dentro de cada ano foram observados dois períodos distintos, um período úmido, que vai de março a agosto e um período seco, que se estende de setembro a fevereiro. Esta pesquisa apresenta a climatologia espacial da bacia, a qual evidenciou três regiões distintas, sendo a primeira a região leste, a segunda é a região central e a terceira é a região oeste. Por fim, foram efetuadas projeções de redução e aumento da precipitação em 20% sobre o valor atual obtido a partir da série histórica, como recomendado pelo IPCC (2001; foi possível, desta forma, projetar futuras variações climáticas na região da bacia as quais são passíveis de alterar, de maneira significativa, seu aporte hídrico.

  8. Nascentes da sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, estado de Sergipe: da degradação à restauração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robério Anastácio Ferreira

    2011-04-01

    Full Text Available Estudos ambientais em bacias hidrográficas são fundamentais para o entendimento do uso dos recursos naturais e dos problemas relacionados à ocupação do espaço. Em Sergipe, há necessidade de se obter informações para fins de planejamento e gestão futura de suas bacias hidrográficas, uma vez que gradualmente observa-se uma redução do volume produzido nos cursos d'água e da qualidade de suas águas, que são imprescindíveis para o abastecimento humano, a utilização na agricultura e na indústria. Devido ao acelerado processo de supressão da vegetação na sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, formada pelos rios Poxim-mirim, Poxim-açu, e Pitanga e seus pequenos tributários, foi realizado um diagnóstico para se verificar o estado de conservação das suas principais nascentes, a situação quanto ao fluxo de água, as formas de uso e ocupação do solo no entorno destas e os tipos fisionômicos de vegetação remanescentes. As informações obtidas serão úteis para a realização de projetos de restauração ambiental, a promoção de melhorias no ambiente e nas comunidades rurais e resgate da diversidade da flora e fauna nestas áreas. Observou-se que as 20 principais nascentes dos rios e tributários que compõem a sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, apresentam alterações decorrentes da acelerada antropização (90%, a maioria delas (65% com elevada degradação (sem raio mínimo de 50m de vegetação e ocupadas por agricultura (50% e pastagens (35%. Somente duas nascentes encontram-se preservadas. Quanto à composição florística, as espécies identificadas (43 podem ser utilizadas em projetos futuros para restauração das nascentes e dos cursos d'água nesta sub-bacia hidrográfica.

  9. Contribuição das fontes de sedimentos em uma bacia hidrográfica agrícola sob plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tales Tiecher

    2014-04-01

    Full Text Available O conhecimento das principais fontes difusas de produção de sedimento pode aumentar a eficiência de utilização dos recursos públicos, investidos em estratégias de gestão em bacias hidrográficas, que visem mitigar a transferência de sedimentos aos cursos d'água. Objetivou-se com este trabalho avaliar as fontes de sedimentos numa bacia hidrográfica rural de cabeceira com predomínio de cultivos anuais sob plantio direto e com intensa e inadequada exploração dos recursos naturais, por meio da quantificação da contribuição relativa das estradas e das lavouras na produção global de sedimentos. A bacia hidrográfica está localizada no município de Júlio de Castilhos, Rio Grande do Sul. O período de estudo foi de maio de 2009 a abril de 2011. Para a identificação das fontes, foi utilizado o método fingerprinting, que compara os solos de diferentes fontes e os sedimentos que são encontrados em suspensão no canal de drenagem, usando elementos traçadores. O manejo inadequado do solo nas áreas de lavoura, a falta de planejamento das vias de acesso e a ausência de práticas de controle do escoamento superficial, que sejam compatíveis com a fragilidade condicionada pelos solos e pelo relevo da bacia hidrográfica, têm provocado o surgimento de processos erosivos acelerados com efeitos negativos ao agricultor e à sociedade. As estradas apresentam alta porcentagem de contribuição na transferência de sedimentos, mas a contribuição das áreas de lavoura aumenta em precipitações pluviais de alta magnitude. Isso evidencia que a magnitude dos eventos de chuva influencia a proporção de contribuição entre as fontes ao longo do ano na bacia hidrográfica, interferindo no processo de mobilização de sedimentos e nutrientes em direção à rede de drenagem.

  10. AvaliaÃÃo do Impacto das MudanÃas ClimÃticas na Oferta HÃdrica da Bacia HidrogrÃfica do ReservatÃrio Ãros usando os Modelos de MudanÃas ClimÃticas do IPCC-AR4, levando em ConsideraÃÃo as Diversas Incertezas Associadas

    OpenAIRE

    Wescley de Sousa Fernandes

    2012-01-01

    No presente trabalho as projeÃÃes de vazÃes para a bacia do Ãros (CearÃ) foram obtidas usando as precipitaÃÃes dos modelos globais do quarto relatÃrio do Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC-AR4) para o perÃodo de 2010 a 2099 do cenÃrio A1B. As vazÃes foram geradas pelo modelo hidrolÃgico Soil Moisture Account Procedure (SMAP). Para a obtenÃÃo destas, as precipitaÃÃes foram corrigidas estatisticamente a partir dos dados observados, considerando as sÃries distribuiÃÃes do tipo gama....

  11. Florística e estrutura de fragmento florestal em área de transição na Amazônia Matogrossense no município de Sinop Floristics and structure of a forest fragment at a transitional zone at the Amazon in Mato Grosso State, Municipality of Sinop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalia de Aguiar Araujo

    2009-01-01

    Full Text Available A fragmentação do ambiente é intensa na amazônia matogrossense e é esperado como consequência, além do desaparecimento da vegetação original, que a flora dos fragmentos seja transicional, com elementos de floresta amazônica e de cerrado e que já apresentem elevada presença de famílias e espécies pioneiras. Este trabalho objetivou avaliar a composição florística e obter parâmetros fitossociológicos de componentes arbóreos presentes em um fragmento urbano no município de Sinop, Mato Grosso com vistas a confirmar sua classificação como vegetação de transição e detectar indícios de perturbação pela fragmentação. A vegetação foi amostrada pela instalação de 25 parcelas permanentes de 20 x 20m, onde foram amostrados os indivíduos com CAP igual ou superior a 15 cm à altura de 1,30m do solo. A densidade total da área foi de 1555 ind./ha, distribuídos em 37 famílias botânicas, 81 gêneros e 113 espécies. A família mais representativa foi Leguminosae com 14 espécies. As espécies que mais contribuíram em abundância e apresentaram maior frequência foram: Cecropia sciadophylla, Cecropia sp., Bellucia grossularioides e Vismia guianensis. O índice de Shannon (H' foi de 3,55, considerado alto para uma floresta de transição. A equabilidade de Pielou foi de 0,75, sugerindo grande dominância de poucas espécies. As espécies que mais se destacaram em ordem decrescente de VI (% foram Cecropia sp., Bellucia grossularioides, Qualea ingens, Cecropia sciadophylla, Vismia guianensis, Miconia prasina, Trattinickia burserifolia, Unonopsis guatterioides e Schefflera vinosa. O remanescente apresenta uma flora mista amazônica e de cerrado, confirmando ser ecótono e a abundância de pioneiras sugere distúrbios. Esta floresta protege espécies madeireiras e frutíferas com grande potencial para uso múltiplo, podendo ser um espaço educativo com vistas a conservação e manejo sustentável.Fragmentation is intense in

  12. CARGA DE POLUIÇÃO DIFUSA EM BACIAS HIDROGRÁFICAS COM DIFERENTES IMPACTOS ANTRÓPICOS

    OpenAIRE

    Marielle Medeiros de Souza

    2012-01-01

    A ocupação desordenada do solo sem os devidos tratos conservacionistas e ações antrópicas indevidas, provocam impactos na hidrologia local, como também induzem a poluição dos recursos hídricos. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a carga de poluição difusa em quatro bacias hidrográficas com diferentes impactos antrópicos, em locais distintos do rio Vacacaí Mirim no município de Santa Maria/RS, obtendo-se uma análise dos fatores que interferem na poluição do curso hídrico como: precipitaç...

  13. Impacto do manejo florestal comunitário no estoque de carbono da vegetação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, AM

    OpenAIRE

    Vianna, André Luiz Menezes

    2011-01-01

    O manejo florestal pode resultar em perdas ou benefícios líquidos de carbono em função da atividade que se deseja evitar: floresta não explorada, exploração insustentável de madeira ou desmatamento; assim como em função das técnicas utilizadas no manejo florestal. Quantificar o impacto da atividade florestal se torna importante para avaliar se há perda ou benefícios de carbono, assim como sustentabilidade do uso do recurso florestal. O estudo quantificou o impacto do manejo de florestal reali...

  14. Estudos paleoambientais com base em isótopos de carbono, oxigênio e estrôncio em foraminíferos do terciário da Bacia de Pelotas

    OpenAIRE

    Geise de Santana dos Anjos Zerfass

    2009-01-01

    A Bacia de Pelotas, localizada na porção sul da margem continental brasileira, foi formada a partir da fragmentação do supercontinente Gondwana e preenchida por sedimentos essencialmente siliciclásticos desde o Cretáceo. A ausência de rochas vulcânicas apropriadas para a datação através de métodos radiométricos na seção terciária da bacia e a abundância de microfósseis de parede calcária, constitui um cenário favorável para a utilização da razão isotópica de estrôncio visando à obtenção de da...

  15. Revisando o processo de certificação florestal / Reviewing the process of forest certification

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Boson de Castro Faria

    2009-04-01

    Full Text Available ResumoEste trabalho tem como objetivo revisar o papel dos processos de certificação para a consolidação das técnicas de manejo florestal sob o tripé da viabilidade econômica, preservação ambiental e justiça social. Inicialmente é apresentado o tema desmatamento, justificando a importância da atividade produtiva das florestas plantadas. São descritas algumas características econômicas e ambientais do setor, subsidiando o próximo tópico, em que se evidencia a dimensão social do desenvolvimento florestal. São citadas as características dos dois selos de Certificação Florestal que existem no País: o Forest Stewarship Council (FSC e o Programa Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor, procurando estabelecer comparações entre suas normas, padrões e princípios. Finalmente, são citadas a Certificação da Cadeia de Custódia, a Certificação em Grupo e a Certificação dos Produtos florestais não madeiráveis. Conclui-se que os processos de certificação contribuem para a consolidação no setor de práticas para o desenvolvimento sustentável.AbstractThe objective of this paper has been to revise the role of the certification processes for the consolidation of three forest management techniques, namely economical viability, environmental preservation and social justice. Firstly, the theme of deforestation is presented, advocating the importance of the productive activities of the planted forests. A few economic and environmental characteristics of the sector are described as a background for the next topic, which emphasizes the social dimension of forest development. The characteristics of the two kinds of Forest Certification which exist in the Country are mentioned: Forest Stewardship Council (FSC and the Brazilian Program of Forest Certification (Cerflor. The goal is to establish comparisons among their norms, patterns and beginnings. Finally, the Chain of Custody Certification, the Certification in Group and

  16. Multiple use forest management: an alternative to the extinction of the Araucaria Forest? Manejo florestal de uso múltiplo: uma alternativa contra a extinção com Floresta com Araucária?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Augusta Doetzer Rosot

    2010-06-01

    Full Text Available This paper advocates the adoption of forest management methods that are consistent with the
    principles of sustainable development and respectful of multiple forest use as a means to efficiently revert the
    fragmentation process of the Mixed Ombrophylous Forest (FOM or Araucaria Forest. The problems related to this endangered forest type are discussed within the context of progressive land use changes observed in its
    region of natural occurrence. Some concepts of forest management are presented, as well as the new approaches related to the paradigm of sustainability and the focus on other benefits provided by the forest, besides wood products solely. It is also discussed the present trend observed in society, which favors preservation policies, and the obstacles for adopting forest management practices in the FOM. The reasons for the inexpressive role played by the forest component in the incomes of small and medium landowners are analyzed and the rural poverty is considered a determinant factor. The management of the Araucaria Forest based on regulation methods
    is proposed as a means of enhancing forest conditions in what concerns its structure, species composition and
    reproductive capabilities, besides achieving sustainable yields of timber and non-timber products. The main
    characteristics of the use of the selection method are described.O artigo defende a adoção do manejo florestal de uso múltiplo como forma eficaz de reverter a
    tendência de fragmentação e degradação da Floresta Ombrófila Mista (FOM ou Floresta de Araucária, considerada em perigo de extinção pela gradual conversão de uso do solo na sua região de ocorrência natural. Apresenta-se a evolução do conceito de manejo florestal com as mudanças de paradigma observadas na sociedade, como a sustentabilidade e o enfoque sobre múltiplos bens e serviços produzidos pela floresta, além dos madeireiros. São discutidas as tendências da

  17. Análise Multitemporal da Cobertura Florestal da Microbacia do Arroio Grande, Santa Maria, RS Multitemporal Analysis of Forest Cover in the Arroio Grande Small Hydrological Basin, Santa Maria, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Juliano Kleinpaul

    2011-03-01

    Full Text Available

    Este trabalho teve como objetivo realizar uma análise multitemporal da cobertura florestal da microbacia do Arroio Grande, Santa Maria, RS. Foram utilizadas quatro imagens de satélite: LANDSAT 5 (1987, LANDSAT 5 (1995, LANDSAT 7 (2002 e CBERS 2 (2005. As imagens foram classificadas empregando-se o algoritmo Bhattacharya. Após a classificação das imagens, foi realizado o cruzamento dos mapas temáticos. Como resultado, obteve-se mapas com os seguintes usos da terra: cobertura florestal, regeneração e desmatamento, ou seja, as florestas que permaneceram inalteradas de uma época para outra, as que regeneraram e as que foram desmatadas. Para um período de 18 anos, a cobertura florestal aumentou 10,24% na área da microbacia, passando de 14.135,42 ha (40,01% em 1987 para 17.752,20 ha (50,25% em 2005. Isto ocorreu devido à entrada em vigor do Código Florestal Estadual, à conscientização dosproprietários rurais e à implantação em maiorescala de povoamentos de espécies exóticas no estado. 
    This work aims to carry out a multitemporal analysis of the forest cover of Arroio Grande small hydrological basin located in Santa Maria, RS, Brazil. Four satellite images were used: LANDSAT 5 (1987, LANDSAT 5 (1995, LANDSAT 7 (2002 and CBERS 2 (2005. The images were classified according to the Bhattacharya algorithm. After the classification of such images, the crossing of the thematic maps was accomplished. Maps with different land uses were obtained: unaffected forest cover, regeneration and deforestation for the period 1987 – 2005. During 18 years, the forest cover increased 10,24% in the basin area, changing from 14.135,42 ha (40,01% in 1987 to 17.752,20 ha (50,25% in 2005. This happened because the State Forest Law has become effective as well as the rural owners’ consciousness and also due to increment of exotic forest plantations in the State. 

  18. Efeito de Herbicidas sobre a Biota de Invertebrados do Solo em Área de Restauração Florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO O controle químico de plantas daninhas é um método eficaz utilizado em florestas plantadas e em áreas de restauração florestal, favorecendo o desenvolvimento das mudas florestais e a redução dos custos de intervenção. Entretanto, se essa estratégia não for aplicada de maneira correta, pode-se tornar um potencial causador de impactos negativos aos organismos do solo e aos processos ecológicos que esses participam. Avaliou-se o efeito do uso de herbicidas na biota do solo por meio da amostragem da comunidade da fauna edáfica e testes ecotoxicológicos de reprodução e sobrevivência de Folsomia candida eEnchytraeus crypticus, em área-alvo de restauração florestal recém-implantada. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos consistiram da aplicação dos herbicidas pós-emergentes mesotrione (0,4 L ha-1, fluazifop-P-butyl (1,0 L ha-1 e nicosulfuron (1,5 L ha-1, aplicados em área total nas parcelas, mais o controle (sem aplicação. Na área de estudo, foram realizadas duas aplicações dos herbicidas com intervalos de seis meses, onde as parcelas foram correspondentes aos tratamentos em ambas as aplicações. Em cada parcela, foram realizadas quatro coletas de solo, sendo a primeira (coleta 1 seis dias antes da segunda aplicação dos herbicidas na área. As demais, após um (coleta 2, oito (coleta 3 e 22 dias (coleta 4 dessa mesma aplicação. A comunidade da fauna do solo foi avaliada por meio do método de funis de Berlese modificado, utilizando-se uma amostra de solo por parcela. Em laboratório, os indivíduos foram contados e identificados em grandes grupos. Os ensaios ecotoxicológicos de sobrevivência e reprodução de F. candida e E. crypticus foram realizados a partir de uma amostra composta de solo por tratamento. Um dia após a aplicação do herbicida mesotrione, verificou-se diminuição da riqueza média nos índices Shannon

  19. Estimativa das Taxas de Erosão das Terras Altas da Alta Bacia do Rio Das Velhas no Quadrilátero Ferrífero: Implicações para A Evolução Do Relevo.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Augusto Rodrigues Salgado

    2007-12-01

    Full Text Available O presente trabalho investiga a evolução das terras altas da alta Bacia do Rio das Velhas no Quadrilátero Ferrífero/MG – Bacia do São Francisco. A metodologia adotada se baseia na mensuração da produção do isótopo cosmogênico 10Be em escarpas e superfícies erosivas e na confecção de modelo digital do terreno. Os resultados obtidos demonstraram que estas terras altas - substrato de quartzitos, cangas e itabiritos – são extremamente resistentes ao rebaixamento vertical do relevo (downwearing – taxas de erosão de 1,71 e 2,58 metros por milhão de anos (m/Ma - mas apresentam certa fragilidade frente o processo de retração lateral das escarpas (backwearing – taxas de erosão entre 12,71 e 14,60 m/Ma. Demonstram ainda um aumento areal das terras baixas em detrimento das terras de altitude mediana na alta Bacia do Rio das Velhas.

  20. Prevalência de sintomas osteomusculares em operadores de máquina de colheita florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Pio Silva

    2014-08-01

    Full Text Available O processo de adoecimento dos trabalhadores está relacionado com o modo que o trabalho é realizado. A principal consequência das inadequações do trabalho são as Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. Por isso, esta pesquisa teve por objetivo identificar a prevalência de sintomas osteomusculares em operadores de máquina de colheita florestal. A partir da utilização do censo de ergonomia e do questionário nórdico-padrão, os dados foram obtidos em uma empresa de base florestal que realizava colheita mecanizada de madeira. Os resultados evidenciaram que a prevalência osteomuscular em operadores era elevada, estando os sintomas relacionados com as LER/DORT. Ao término da pesquisa, pôde-se concluir que a atividade laboral dos operadores poderia estar causando efeitos negativos sobre a saúde deles.

  1. Relating LANDSAT ETM+ and forest inventory data for mapping successional stages in a tropical wet forest / Relacionando LANDSAT ETM+ e dados de inventário florestal para mapeamento estádios sucessionais em uma floresta tropical úmida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio G. Gonçalves

    2010-10-01

    Full Text Available AbstractIn this study, we test whether an existing classification technique based on the integration of LANDSAT ETM+ and forest inventory data enables detailed characterization of successional stages in a tropical wet forest site. The specific objectives were: (1 to map forest age classes across the La Selva Biological Station in Costa Rica; and (2 to quantify uncertainties in the proposed approach in relation to field data and existing vegetation maps. Although significant relationships between vegetation hight entropy (a surrogate for forest age and ETM+ data were detected, the classification scheme tested in this study was not suitable for characterizing spatial variation in age at La Selva, as evidenced by the error matrix and the low Kappa coefficient (0.129. Factors affecting the performance of the classification at this particular study site include the smooth transition in vegetation structure between intermediate and late successional stages, and the low sensitivity of NDVI to variations in vertical structure at high biomass levels. ResumoNesse estudo, testamos se uma técnica de classificação existente, baseada na integração de imagens LANDSAT ETM+ e os dados de inventário florestal, permite a caracterização detalhada dos estádios sucessionais em uma área de floresta tropical úmida. Os objetivos específicos foram: (1 mapear classes de idade florestal na Estação Biológica La Selva, na Costa Rica, e (2 quantificar as incertezas da abordagem proposta em relação aos dados de campo e mapas de vegetação existente. Apesar de terem sido detectadas relações significativas entre dados ETM+ e medidas de entropia da altura da vegetação (um substituto para a idade florestal o sistema de classificação testados nesse estudo não se demonstrou adequado para caracterizar a variação espacial em idade em La Selva, como evidenciado pela matriz de erro e o baixo coeficiente Kappa (0,129. Fatores que afetam o desempenho da

  2. BACIA DO RIO PERUÍPE (BA: ENSAIO DE CLASSIFICAÇÃO MORFOMÉTRICA POR MEIO DE DADOS SRTM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sírius Oliveira Souza

    2013-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é definir as principais unidades morfométricas presentes na bacia hidrográfica do rio Peruípe, com base em dados SRTM, assim como, espacializar os dados referentes à hierarquia fluvial, à declividade e à hipsometria. A área em estudo constitui a bacia hidrográfica do rio Peruípe, inserida no extremo sul do estado da Bahia, ocupando uma área de 4.632,00 km², localizada entre os paralelos 17º24’ e 17º58’S e os meridianos 39º 21’ e 40º 09’ W. Para o mapeamento utilizou-se como base as imagens orbitais obtidas por meio do SRTM (Shuttle Radar Topography Mission. Tais imagens, posteriormente, foram integradas e processadas no Sistema de Informação Geográfica, pelo software ArcGis em quatro etapas: delimitação da bacia hidrográfica, da hierarquia fluvial, da hipsometria, da declividade e extração de outros parâmetros morfométricos, tais como índice de circularidade (IC, Coeficiente de compacidade (Kc, densidade de drenagem (Dd, dentre outros. Os resultados confirmam valores compatíveis com informações dispostas em cartas topográficas correspondente à área e, também, aqueles conferidos em campo com uso de GPS, demonstrando uma expressiva precisão e confiabilidade dos produtos gerados. Assim, a automatização da demarcação de unidades morfométricas em bacias hidrográficas, por meio de dados do SRTM em ambiente SIG, apresenta proveitosa relação custo-benefício, visto que além de estabelecer a padronização do traçado, o mapeamento realizado pretende contribuir aos estudos de evolução da paisagem e subsidiar propostas de planejamento para o uso e a ocupação da terra ao longo da bacia hidrográfica.

  3. Morfometria da bacia hidrografica da Cachoeira das Pombas, Guanhães - MG

    OpenAIRE

    Tonello,Kelly Cristina; Dias,Herly Carlos Teixeira; Souza,Agostinho Lopes de; Ribeiro,Carlos Antonio Alvares Soares; Leite,Fernando Palha

    2006-01-01

    O objetivo deste trabalho foi estudar a morfometria da bacia hidrográfica da Cachoeira das Pombas, localizada no Município de Guanhães, MG. A base de dados foi disponibilizada pelo convênio SIF/CENIBRA/UFV e consistiu dos dados matriciais Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC), rede hidrográfica e direções de escoamento. As características morfométricas e delimitação da bacia e sub-bacias hidrográficas foram obtidas automaticamente pelo software Hidrodata 2.0. A área ...

  4. Avaliação de impactos de odores em bacias hidrográficas com produções de suínos Evaluation of odor impacts in hydrographic basins with swine production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Belli Filho

    2007-09-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica de Rio Fragosos, no oeste catarinense e a bacia hidrográfica do Rio Cachoeirinhas, no sul de Santa Catarina foram unidades pilotos para a aplicação de duas metodologias para avaliações de odores provenientes da suinocultura. Na bacia do Rio Fragosos ficou destacado para a grande maioria das pessoas situações de ambiente desagradável, muito desagradável e extremamente desagradável. As concentrações dos odores obtidos na bacia do Rio Cachoeirinhas, determinadas a montante e a jusante de uma propriedade piloto, no interior de uma granja de criação de animais, sobre uma unidade de armazenamento de seus dejetos e na residência de um produtor variaram de 257 UO/m³à 963 UO/m³. Estas concentrações indicaram intensidades de odores com níveis forte a muito forte.The River Fragosos hydrographic basin in the west of Santa Catarina and the River Cachoeirinhas hydrographic basin in the south of Santa Catarina were the pilot units for the application of two methodologies for the evaluation of odors originating from swine rearing. In From the results obtained for the River Fragosos basin, for the great majority of responses, unpleasant, very unpleasant and extremely unpleasant environmental situations were highlighted. The odor concentrations obtained for the River Cachoeirinhas basin, determined upstream and downstream of a pilot property, inside animal rearing smallholdings, above a waste storage unit and a producer's home, varied from 257 OU/m³to 963 OU/m³. These concentrations indicate odor intensities with strong and very strong levels.

  5. Zoneamento agroclimático da cultura do café para a Bacia do Rio Doce Agriculture-climatological zoning of coffee crop for the Rio Doce Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Luís Nunes

    2007-12-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho, através da geoespacialização, a identificação das regiões aptas, restritas e inaptas ao cultivo do café (Coffea arabica L. na Bacia do Rio Doce. Utilizou-se para tal, dados de temperatura e déficit hídrico de 50 estações meteorológicas instaladas na bacia e em bacias limítrofes. Os dados de déficit hídrico foram determinados utilizando o balanço hídrico segundo Thornthwaite & Mather (1955. Foram identificadas regiões equivalentes a um terço da bacia, localizadas na parte central e no nordeste da mesma, como sendo inaptas ao cultivo do café, conforme os critérios de produtividade relacionados com as exigências térmicas e hídricas da cultura.It was aimed in this work, through the geospatialization, the identification of the apt, restricted and inapt regions for cultivation of coffee (Coffea arabica L. in Rio Doce watershed. It was used for such, temperature and water deficit data of 50 meteorological stations installed in the watershed and in bordering watershed. The data of water deficit were determined using the water balance according to Thornthwaite & Mather (1955. They were identified equivalent regions the one third of the watershed, located in the central part and in the northeast of the same, as being inapt to the cultivation of coffee, according to the productivity criterions related with the thermal and hydric demands of culture.

  6. Capacidade da Typha dominguensis na fitorremediação de efluentes de tanques de piscicultura na Bacia do Iraí - Paraná Capacity of Typha dominguensis in phytoremediation of fish pond effluents in Iraí Basin - Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana P. L. Martins

    2007-06-01

    Full Text Available A eutrofização é caracterizada por um processo no qual um corpo d'água adquire altos níveis de nutrientes, especialmente nitratos e fosfatos, provocando o posterior acúmulo de matéria orgânica e sua decomposição. Uma das alternativas para a descontaminação ambiental é o uso da fitorremediação. O objetivo principal do trabalho foi testar a capacidade da Typha dominguensis na minimização da eutrofização da água de tanques de piscicultura. A partir da água dos tanques da Estação Experimental do Canguiri - UFPR, instalou-se um experimento para cultivo da espécie Typha dominguensis sob diferentes níveis tróficos em sistema fechado. Os tratamentos são representados por cinco níveis de nitrogênio (N e fósforo (P, arranjados em esquema fatorial em delineamento inteiramente casualizado com seis repetições. Após 160 dias de cultivo, as plantas foram coletadas e analisadas em relação ao desenvolvimento e composição química da parte aérea. A capacidade extratora das plantas foi avaliada através da sua biomassa acumulada e do teor de nutrientes na matéria seca e remanescente na água. No melhor tratamento, observou-se uma remoção na água de até 87% de N e 54% de P adicionados, significando ser uma planta bastante promissora nesta linha de investigação.Eutrophication is characterized by a process in which a water body acquires high levels of nutrients, especially phosphates and nitrates, resulting in organic matter accumulation with further decomposition. One of the alternatives for environmental descontamination is the use of phytoremediation. The objective of this investigation was to test the capacity of Typha dominguensis in reducing eutrophication in fish pond effluents. An experiment was installed at Canguiri Research Station, at the Federal University of Paraná, using water from fish ponds. Typha dominguensis, being the test plant, was grown under five levels of N and P in factorial combination with six

  7. Comunidade arbórea de uma mancha florestal permanentemente alagada e de sua vegetação adjacente em Ouro Preto-MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Pedreira

    2011-12-01

    Full Text Available A presente investigação teve como objetivo levantar a composição florística e a estrutura fitossociológica da comunidade arbórea de uma mancha florestal permanentemente alagada, também conhecida como Floresta Paludosa, e de sua vegetação adjacente (Floresta Estacional Semidecidual Alto Montana localizada no Parque Estadual do Itacolomi, Ouro Preto e Mariana, estado de Minas Gerais. O trecho estudado encontra-se a 1.350m de altitude, sendo o tipo climático ocorrente na região o Cwb, conforme a classificação de Köeppen, com pluviosidade média anual variando de 1.100mm a 1.800mm e temperatura média anual de 17,4 ºC a 19,8 ºC. Para o levantamento fitossociológico foram alocadas quatorze parcelas (10m x 30m, sendo sete em cada fisionomia, nas quais foram amostrados todos os indivíduos com CAP (circunferência a altura do peito ≥ 15cm. Foram amostrados 1.136 indivíduos distribuídos em 24 famílias, 37 gêneros e 53 espécies. As famílias com maior riqueza foram Myrtaceae (11, Melastomataceae (5 e Annonaceae, Asteraceae, Fabaceae e Rubiaceae (3. A similaridade entre os fragmentos pode ser considerada relativamente baixa e menor do que o esperado, revelando a existência de unidades fitogeográficas individualizadas com características florísticas distintas. A influência diferencial da formação adjacente sob a vegetação paludícola pode ser o fator mais importante na diferenciação florística deste fragmento florestal em relação às diversas áreas florestais alagadas montanas no Brasil.

  8. Potencialidades e desafios da bacia do Cáspio para a estratégia europeia de aprovisionamento

    OpenAIRE

    Fernandes, Carla

    2015-01-01

    UID/CPO/04627/2013. Perante as projeções de crescimento do consumo de gás natural na Europa nas próximas décadas e a dependência crescente energética da Rússia, a Bacia do Cáspio constitui uma das regiões-chave para a estratégia de segurança de aprovisionamento da Europa. Este artigo procura examinar as potencialidades e os desafios que esta região poderá representar para a segurança de aprovisionamento da UE, particularmente com a construção do Corredor de Gás Meridional. São igualmente a...

  9. CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE DRENAGEM DA BACIA DO MÉDIO E BAIXO RIO MADEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericson Hideki Hayakawa

    2013-09-01

    Full Text Available A caracterização da rede de drenagem atual utilizando variáveis como propriedade, padrão e morfologia, auxilia na identificação dos fatores que controlaram seu desenvolvimento na paisagem. A disponibilidade de diferentes produtos e técnicas de sensoriamento remoto potencializa estudos desse escopo, principalmente em áreas como a região amazônica, onde a obtenção de dados em campo é dificultada pela fisiografia. Este trabalho apresenta a caracterização do sistema de drenagem atual da média e baixa bacia do rio Madeira a partir de dados de sensoriamento remoto, com o intuito de verificar o registro de influência tectônica no seu desenvolvimento, especialmente em áreas de cobertura sedimentar terciária e quaternária. A integração de diferentes produtos e técnicas de sensoriamento remoto foi eficiente na caracterização da rede de drenagem atual da área de estudo. Os resultados indicam padrão de drenagem predominantemente subdendrítico-subtreliça (39.6%, seguido dos padrões subdendrítico (23.5% e treliça-subtreliça (13.8%. Grande parte das bacias que constituem a área de estudo apresenta bacias de drenagem assimétricas. Anomalias de drenagem são abundantes, sendo exemplificados pelo alinhamento de rias, rios com segmentos retilíneos alternados com segmentos fortemente meandrantes, mudanças abruptas e ortogonais de cursos e meandramento isolado. O rio Madeira apresenta segmentos retilíneos de até 35 km de extensão. A densidade de drenagem e de lineamentos morfoestruturais é menor em área de sedimentação quaternária do que em áreas do embasamento cristalino. O direcionamento dos lineamentos morfoestruturais revela comportamento similar em toda a área de estudo e independente da cobertura geológica, sendo modas direcionais para E-W, NE-SW e NW-SE as mais comuns. Os resultados sugerem que as bacias de drenagem do médio e baixo rio Madeira são controladas por estruturas tectônicas. A integração com os

  10. Análise morfopedológica da bacia hidrográfica do Arroio Inhacundá (RS).

    OpenAIRE

    Mateus Gleiser Oliveira

    2015-01-01

    Realizou-se nesta dissertação uma abordagem integrada para fim de avaliar e mapear unidades morfopedológicas na bacia hidrográfica do arroio Inhacundá – RS (363,52244 km²), com o intuito de identificar diferentes meios de interação entre morfogênese e pedogênese, para cada unidade identificada, em sua relação à distribuição de ravinas, voçorocas e areais. Para alcançar os objetivos do trabalho se elaborou uma série cartográfica em escala de 1:100.000 da rede de drenagem, litologia, compartime...

  11. CARACTERIZAÇÃO MORFOESTRUTURAL DO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE, CEARÁ-BRASIL

    OpenAIRE

    Mickaelle Braga da Silva; Rubson Pinheiro Maia

    2017-01-01

    O presente trabalho propõe uma análise morfoestrutural do alto curso da bacia hidrográfica do rio Jaguaribe, Ceará-Brasil, através da relação litologia/drenagem/relevo. A análise baseou-se em levantamentos bibliográficos e cartográficos; na aplicação de técnicas de geoprocessamento e tabulação e análise dos dados. Dentre os produtos de sensoriamento remoto disponíveis para a área, destacam-se os dados Shuttle Radar Topography Mission-SRTM, com resolução espacial de 30 metros. Este produto com...

  12. ANÁLISE DA FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL COQUEIRAL, COQUEIRAL – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Gusmão Souza

    2014-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1980509815743Este trabalho analisou a fragmentação florestal da Área de Proteção Ambiental Coqueiral, que está localizada no município de Coqueiral, região Sul do estado de Minas Gerais. O objetivo foi avaliar a fragmentação florestal da área de estudo, a partir de métricas da paisagem, bem como elaborar modelos de simulação da paisagem, no intuito de fornecer cenários futuros de restauração ecológica, e compará-los com a situação atual da paisagem. A análise do uso e ocupação da terra foi obtida por meio de técnicas de Sistemas de Informação Geográfica e Sensoriamento Remoto, a partir de uma imagem (SPOTMAP do satélite SPOT 5. A análise da fragmentação florestal foi realizada utilizando o software FRAGSTATS, para calcular as métricas da paisagem mensurando parâmetros como: área, perímetro, forma, conectividade dos fragmentos. Para as simulações da paisagem foram criados buffers de 1 e 5 m no entorno de todos os remanescentes florestais da área de estudo, bem como a recuperação virtual das áreas de preservação permanente. A análise da fragmentação da paisagem mostrou que a vegetação natural está distribuída em 360 fragmentos, sendo 137 deles menores que 1 ha. Os modelos de simulação da paisagem mostraram que a área de vegetação aumentou de 1943,13 ha para 2299,02 ha na simulação em que as APPs foram reflorestadas (Vegetação natural/APPs restauradas = VA. O tamanho médio dos fragmentos nesta mesma simulação aumentou em relação à paisagem atual, passando de 7,66 m para 15,75 m. A paisagem VA mostrou um menor valor de forma (1,93, indicando que a forma dos fragmentos nesta simulação foi mais simples, o que é importante do ponto de vista da conservação, pois diminui o efeito de borda nos fragmentos. Os valores de isolamento não apresentaram diferença considerável nas simulações: 38,9 m (VN; 40,64 m (VB1; 42,89 m (VB5 e 39,75 m (VA, indicando um

  13. IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS SUSCEPTÍVEIS À DESERTIFICAÇÃO EM BACIA INTERMITENTE SAZONAL NO SEMI-ÁRIDO BRASILEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Rodrigues do Nascimento

    2009-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como escopo avaliar as bases geoambientais, identificar e mapear as áreas degradadas susceptíveis à desertificação na Bacia Hidrográfica do Acaraú, na Região Nordeste do Brasil. A análise geoambiental integrada foi o norte metodológico perseguido. Usou-se, como procedimento técnico o processamento digital de imagens de satélite (TM e ETM + LANDSAT 5 e 7, cenas 217/63, 218/62 218/63. 1:250.000. A Bacia Hidrográfica foi destacada como unidade de planejamento e gestão geoambiental. As áreas mais susceptíveis a desertificação estão compreendidas nas unidades geoambientais da região de montante, médio-alto curso, em sertões semi-áridos. À jusante, no médio-baixo curso, embora predominem as formas agradacionais, notou-se que também há áreas sofrendo com mudanças ambientais, que podem comprometer a capacidade-suporte dos ecossistemas. Dados empíricos mostram que os impactos das atividades humanas sobre o ambiente físico se dão pela urbanização, desmatamento, irrigação, mudanças no uso da terra e mineração. Para combater a desertificação é necessário articular o conhecimento científico, políticas públicas com a ação das comunidades organizadas nesta bacia.

  14. Geocronologia U/PB em zircões detríticos e a evolução tectônica e estratigráfica da bacia espinhaço no setor meridional

    OpenAIRE

    Santos, Marcelo Nascimento dos

    2016-01-01

    O Supergrupo Espinhaço em Minas Gerais representa um importante registro de bacias sedimentares intracontinentais desenvolvidas no Orógeno Araçuaí e no Cráton do São Francisco durante o Proterozoico. A presente tese tem o objetivo de esclarecer aspectos relacionados à proveniência sedimentar da Bacia Espinhaço e propor um modelo de evolução paleogeográfica para o Grupo Conselheiro Mata com base na integração de dados sedimentológicos e estratigráficos, geoquímica em rocha total, datação U-Pb ...

  15. Caracterização hidroambiental e sociocultural da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, região Sudeste do Estado do Acre

    OpenAIRE

    Macêdo, Maria de Nazaré Costa de

    2009-01-01

    O presente estudo tem como objetivo realizar uma caracterização hidroambiental da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, focado nos recursos naturais e sua relação com a dinâmica dos cursos d água. Adicionalmente procurou-se entender o processo de construção da identidade social da população local, sua relação com o rio e a floresta, as condições socioculturais e analisar a dinâmica da precipitação pluviométrica na bacia utilizando-se os métodos Aritmético e de Thiessen. A coleta de dados...

  16. DiagnÃstico FÃsico-Conservacionista como Aporte para AnÃlise da DegradaÃÃo no MÃdio Curso da Bacia HidrogrÃfica do Rio AracatiaÃu- CE (Brasil).

    OpenAIRE

    Ronaldo Mendes LourenÃo

    2013-01-01

    A bacia do rio AracatiaÃu possui uma abrangÃncia de 3.512,121 km nascendo prÃximo das serras de Santa Luzia e TamanduÃ, no municÃpio de Sobral, regiÃo centro-norte do Estado do CearÃ, sendo que 1.440, 13 km correspondem ao setor do mÃdio curso do rio, objeto de estudo desta pesquisa. As formas insustentÃveis de utilizaÃÃo dos recursos naturais na regiÃo da bacia vÃm ocasionando à degradaÃÃo ambiental, devido, principalmente, ao uso inadequado do solo, tendo como consequÃncia a supressÃo da ...

  17. COMPARTIMENTAÇÃO MORFOESTRUTURAL DA BACIA DO RIO VERDE, SUL DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Marques Neto

    2014-04-01

    Full Text Available O presente artigo divulga proposta de compartimentação morfoestrutural para a bacia do Rio Verde, localizada na parte meridional do Estado de Minas Gerais em terrenos da Serra da Mantiqueira, Planalto do Alto Rio Grande e Planalto de Varginha, apresentando litologias diversas (metagranitoides arqueanos, metassedimentos supracrustais proterozoicos e intrusões alcalinas cretáceo-paleocenas distribuídas em considerável diversidade de formas de relevo. A análise integrada entre a litologia, os lineamentos estruturais, a rede de drenagem e os padrões de formas de relevo discerniu os seguintes compartimentos morfoestruturais: Patamares de cimeira da Mantiqueira (desmembrados em cinco subcompartimentos, Patamares escalonados da Mantiqueira, Planalto de Cruzília-Minduri, Planalto alongado de Lambari, Planalto de São Lourenço-Caxambu, Planalto de Três Corações, Planalto rebaixado de Varginha e Cristas monoclinais. A compartimentação revelou forte controle morfoestrutural vinculado ao rifte continental do sudeste do Brasil associado a uma acentuada dinâmica morfotectônica sobreposta em função da interferência de efeitos diastróficos neotectônicos. Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

  18. Estrutura de um fragmento florestal no Engenho Humaitá, Catende, Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Guimarães,Francisco J. P.; Ferreira,Rinaldo L. C.; Marangon,Luiz C.; Silva,José A. A. da; Aparício,Perseu da S.; Alves Júnior,Francisco T.

    2009-01-01

    Avaliou-se, neste trabalho, a estrutura de um fragmento florestal antropizado denominado Mata das Galinhas, Engenho Humaitá, Catende, Pernambuco, e se utilizaram, para avaliar a composição florística e a estrutura fitossociológica, 14 parcelas de 10 x 25 m a fim de amostrar os indivíduos arbóreos com circunferência a 1,30 m do solo (CAP) ≥ 10 cm. Foram estimados, então, densidade, frequência e dominância e valor de importância (VI) e o índice de Shannon, além de registrados 438 indivídu...

  19. Fishes of the Taquari-Antas river basin (Patos Lagoon basin, southern Brazil Peixes da bacia do rio Taquari-Antas (sistema da Laguna dos Patos, sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FG. Becker

    2013-02-01

    Full Text Available The aquatic habitats of the Taquari-Antas river basin (in the Patos Lagoon basin, southern Brazil are under marked environmental transformation because of river damming for hydropower production. In order to provide an information baseline on the fish fauna of the Taquari-Antas basin, we provide a comprehensive survey of fish species based on primary and secondary data. We found 5,299 valid records of fish species in the basin, representing 119 species and 519 sampling sites. There are 13 non-native species, six of which are native to other Neotropical river basins. About 24% of the total native species are still lacking a taxonomic description at the species level. Three native long-distance migratory species were recorded (Leporinus obtusidens, Prochilodus lineatus, Salminus brasiliensis, as well as two potential mid-distance migrators (Parapimelodus nigribarbis and Pimelodus pintado. Although there is only one officially endangered species in the basin (S. brasiliensis, restricted range species (21.7% of total species should be considered in conservation efforts.Os ambientes aquáticos da Bacia do rio Taquari-Antas (Bacia da Laguna dos Patos, sul do Brasil vêm sofrendo considerável transformação, principalmente em razão da implantação de barragens para geração de energia elétrica. Com o objetivo de estabelecer um diagnóstico amplo da ictiofauna da Bacia do Taquari-Antas, realizou-se um inventário das espécies dessa bacia a partir de dados primários e secundários. Foram obtidos 5.299 registros válidos de espécies de peixe na bacia, representando 119 espécies e 519 localidades amostradas. Ocorrem, na bacia, 13 espécies não nativas, seis das quais são oriundas de outras bacias neotropicais. Cerca de 24% de todas as espécies carecem de descrição taxonômica no nível específico. Foram registradas três espécies nativas migradoras de longa distância (Leporinus obtusidens, Prochilodus lineatus e Salminus brasiliensis e

  20. COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E ESTRUTURA DA COMUNIDADE ARBÓREA DE UM FRAGMENTO FLORESTAL NO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro W. Charão

    1999-06-01

    Full Text Available O presente estudo objetiva descrever a composição florística e a estrutura de uma comunidade arbórea em um fragmento florestal e discutir algumas características dendrométricas das espécies componentes do mesmo. Esta comunidade enquadra-se na região da Floresta Estacional Decidual, estando localizada no Município de Santa Maria, na região da Depressão Central do Estado do RS. Foram locadas, de maneira sistemática, 18 parcelas de 200 m² no interior do fragmento. Na área amostrada foram mensuradas 56 espécies vegetais com CAP ³ 15 cm, distribuídas em 46 gêneros e 28 famílias botânicas. As famílias Rutaceae, Rubiaceae, Flacourtiaceae e Myrsinaceae apresentaram as maiores riquezas em relação ao número de espécies e indivíduos. Helietta apiculata, Casearia sylvestris, Faramea marginata, Myrsine umbellata, Chomelia obtusa e Cabralea canjerana foram as espécies mais importantes da comunidade vegetal estudada. As alturas variaram de 3,5 m, para árvores do estrato inferior até 22 m, para árvores emergentes. A maior parte das árvores vegetam em baixa competição, pois apresentam relação h/d igual ou inferior a 1. Pela distribuição das freqüências das circunferências, verifica-se que 42,25% dos indivíduos tem CAP entre 15 e 25 centímetros e que somente 4,25% tem CAP superior a 65 cm.

  1. Fertilidade do solo como indicador do efeito de borda em fragmento florestal, Vitória da Conquista, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Brito Novais

    2016-11-01

    Full Text Available Com a expansão da agricultura as florestas têm sido fragmentadas, modificando a dinâmica dos seus processos refletindo na fertilidade do solo. Esse estudo teve como objetivo avaliar o efeito de borda na fertilidade do solo em um fragmento florestal na região Sudoeste da Bahia. Para isso a área foi dividida em faixas verticais iniciando 50 metros após a borda, adentrando até 300 metros no fragmento. Em cada uma das faixas foram tomadas 3 amostras compostas nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-20 cm. Analisando os atributos químico e calculando a soma de bases, CTC a pH7 e a saturação por bases (V%. Também foram quantificados os teores de carbono orgânico (COT nas áreas de estudo. Foram observadas diferenças na fertilidade do solo da borda para o interior do fragmento.  Verificou-se que os atributos Ca2+, H++Al3+, S, T, COT foram os mais sensíveis em relação ao efeito de borda. A área semi-interna (SI distando 150-200 metros, de maneira geral foi a que apresentou os maiores valores de fertilidade do solo, possivelmente devido aos maiores teores de matéria orgânica acumulada.  Soil fertility as edge effect indicator in a forest fragment, Vitória da Conquista, BahiaAbstract: With the expansion of agriculture forests have been fragmented, changing the dynamics of their processes reflecting soil fertility. This study aimed to evaluate the edge effect on soil fertility in a forest fragment in the Southwest Bahia region. For this area was divided into vertical strips starting 50 meters after the border, entering up to 300 meters in the fragment. In each of the tracks were taken 3 composite samples at depths of 0-5, 5-10, 10-20 cm. Analyzing the chemical attributes and calculating the sum of bases, CTC at pH 7 and base saturation (V%. Also the organic carbon levels were quantified (COT in the study areas. Differences were observed at the edge of soil fertility into the fragment. It was found that attributes, Ca2+, H++Al3+, S, T, COT

  2. Water quality assessment of fifth-order tributaries of the reservoir at the Marechal Mascarenhas de Morais Hydroelectric Power Station in the Rio Grande watershed (State of Minas Gerais, Brazil Avaliação da qualidade da água dos afluentes de quinta ordem do reservatório da Usina Hidrelétrica de Marechal Mascarenhas de Morais na bacia hidrográfica do médio rio Grande (Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas de Pádua Andrade

    2012-09-01

    a qualidade da água das nascentes e fozes dos afluentes de quinta ordem que abastecem o reservatório da UHE Marechal Mascarenhas de Morais na bacia do médio rio Grande, Minas Gerais. Métodos: Avaliaram-se 14 afluentes distribuídos no reservatório, sendo dois pontos por afluente - nascente e foz. Dezoito variáveis limnológicas somadas ao Protocolo de Avaliação Rápida e o Índice de Estado Trófico foram avaliados. Os macroinvertebrados bentônicos foram coletados com peneira granulométrica e pegador de fundo Petersen. Resultados: A análise de agrupamento das variáveis limnológicas revelou a existência de dois grupos. O grupo I foi composto por afluentes eutrofizados degradados por atividades humanas, enquanto que o grupo II apresentou águas de boa qualidade e ambientes preservados. Houve uma divisão do grupo I em dois subgrupos, onde Ia foi caracterizado por possuir afluentes alterados, enquanto que o subgrupo Ib foi composto por afluentes altamente impactados. Através da PCA pode-se observar segregação espacial dos grupos, onde os afluentes mais poluídos foram separados daqueles mais preservados. Um total de 8.987 indivíduos pertencentes a 36 famílias de macroinvertebrados foram identificados. A família Chironomidae foi a mais abundante. Não houve diferença significativa na abundância total dos macroinvertebrados bentônicos, tampouco a riqueza dos táxons de macroinvertebrados que habitavam nascentes, daqueles que habitavam fozes. Conclusões: Verificou-se que a maior parte dos afluentes que abastecem e compõe o reservatório já se encontram degradados e possuem águas de baixa qualidade. Observa-se que a presença humana afetou drasticamente a qualidade da água e composição faunística dos afluentes. Dessa forma, faz-se necessário um estudo complementar dos afluentes ao trabalharmos com questões ligadas a reservatórios, pois esses apresentam influência direta na qualidade da água e na composição desses ambientes lênticos.

  3. Influência das características morfométricas da bacia hidrográfica do rio Benevente nas enchentes no município de Alfredo Chaves-ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Simões Lorenzon

    2015-01-01

    Full Text Available As enchentes afetam a vida de milhares de pessoas em todo o mundo e suas causas podem estar relacionadas tanto com fatores naturais como antrópicos. O objetivo do trabalho foi avaliar se a morfometria da bacia do rio Benevente tem relação com as enchentes ocorridas no município de Alfredo Chaves, ES. A base de dados consistiu de um modelo digital de elevação (ASTER, da rede hidrográfica vetorial do IBGE e de uma série histórica de 40 anos de precipitação diária. Os parâmetros morfométricos foram obtidos por meio de Sistemas de Informações Geográficas (SIG. A área de estudo possui uma forma alongada, relevo fortemente ondulado e declividade média da bacia de 42,75%. A altitude variou de 480 a 1.591 m. Novembro, dezembro e janeiro foram os meses de maior precipitação, com média mensal de 246,7, 261,5 e 204,2 mm, respectivamente. Conclui-se que a alta declividade da bacia e do rio principal, aliada à intensificação do uso e ocupação do solo, exerce expressiva influência sobre o escoamento superficial na bacia, aumentando as chances de ocorrência de picos de enchentes.

  4. O Conceito de Bacia Hidrográfica e a Importância da Caracterização Morfométrica para o Entendimento da Dinâmica Ambiental Local

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valter Luiz Iost Teodoro

    2015-01-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo apresentar os diferentes conceitos relativos a bacias hidrográficas e realizar a caracterização morfométrica da microbacia do córrego Marivan localizada no município de Araraquara (SP. Diferentes definições referentes ao conceito de bacias hidrográficas foram discutidas e sistematizadas. Para a caracterização morfométrica da microbacia do córrego Marivan foi utilizado um mapa topográfico na escala 1:10.000 cedido pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Araraquara (DAAE. Os resultados indicam que a microbacia do córrego Marivan é pouco ramificada, com uma área de 2,1 km² e perímetro de 5,37 km. O comprimento do canal principal é de 1,37 km com uma rede de drenagem total de 1,43 km. Possui uma baixa capacidade de drenagem e densidade hidrográfica. O fator de forma e o índice de circularidade indicam que o perímetro da bacia aproxima-se a um círculo, o que favorece os processos de inundação (cheias rápidas. Concluise que a análise de aspectos relacionados à drenagem, relevo e geologia pode levar à elucidação e compreensão de diversas questões associadas à dinâmica ambiental local, todavia nenhum desses índices, isoladamente, deve ser entendido como capaz de simplificar a complexa dinâmica da bacia, a qual inclusive tem magnitude temporal.

  5. METAS DE PRODUÇÃO PARA TRABALHADORES DE CORTE FLORESTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Paulo de Souza

    2015-08-01

    Full Text Available RESUMOA quantidade de produção por pessoa por turno de trabalho pode ser questionada pelo empregado, pelo empregador e pelos sindicatos, instituições governamentais e certificadoras. No setor florestal, o processo de determinar metas de produção, em geral, não leva em conta os fatores ergonômicos. O objetivo deste trabalho foi determinar metas de produção para atividade de corte florestal com motosserra (abate e traçamento de árvores, levando em consideração os fatores ergonômicos relacionados à atividade, como forma de prevenir danos à saúde dos trabalhadores. Os fatores ergonômicos foram avaliados utilizando a metodologia de análise ergonômica validada no meio científico. A organização do trabalho foi avaliada segundo a metodologia de análise de sistemas e estudos de tempos. Os resultados indicaram que o nível de vibração total (eixos X, Y e Z, o ambiente térmico expresso pelo Índice de Bulbo Úmido-Termômetro de Globo (IBUTG, o nível de ruído e a carga cardiovascular foram superiores aos limites recomendados para jornada de 8 h de trabalho. Os movimentos realizados pelos trabalhadores não foram enquadrados como repetitivos. As forças de compressão no disco L5-S1 da coluna vertebral foram próximas ou superiores ao limite. Com exceção do fator repetitividade, todos os fatores exigiram pausas de recuperação, sendo o nível de vibração da máquina o fator com maior exigência de tempo de pausas. A necessidade de aumentar o tempo de pausa ergonômica e diminuir o tempo de trabalho efetivo fez que a meta de produção fosse reduzida em 18%, para evitar danos à saúde do trabalhador.

  6. Custos e índices econômicos de povoamentos de eucalipto do Programa Produtor Florestal no Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose Franklim Chichorro

    2017-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de analisar a atividade de produção de madeira proveniente do Programa Produtor Florestal como alternativa econômica de investimento, foram coletados dados de custos de implantação de povoamentos de eucalipto, bem como os custos referentes à colheita e ao transporte. Os custos das atividades na fase de implantação, além dos preços da madeira (m³, foram obtidos junto à empresa Fibria S.A. Os custos de colheita e transporte foram obtidos por meio de aplicação de questionários em seis propriedades, em municípios do Sul do Estado do Espírito Santo. Todos os valores de custos e preços foram corrigidos pelo IPCA para 2014. A avaliação compreendeu a análise dos custos referentes ao processo de produção, colheita e transporte e sua participação no custo total da atividade. Também foram calculados os índices econômicos renda bruta, margem bruta, margem líquida, lucratividade e rentabilidade da atividade. Os custos com maior participação na produção foram custo da terra (34,90%, implantação (23,34%, transporte (21,09% e colheita (20,67%. De acordo com os índices econômicos aplicados, o investimento em reflorestamento mostrou-se como uma alternativa viável economicamente para os produtores, considerando a produtividade obtida e o preço do m³ da madeira praticado pela empresa.

  7. Estrutura florestal em projeto de assentamento, comunidade São Mateus, município de Placas, Pará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Bezerra da Silva Ribeiro

    2013-10-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar o potencial e a estrutura florestal de uma Floresta Ombrófila Densa de terra firme, da Comunidade São Mateus, município de Placas, Pará. A avaliação foi realizada em dois tipos de ambiente, sendo, um, em Floresta Manejada (FM e, outro, em Floresta Não Manejada (FNM. Foram alocadas 20 unidades amostrais, sendo nove em FM e 11 em FNM. Em cada unidade amostral, os indivíduos foram inventariados em três classes de tamanho (CT: CT1 - 10 cm 50 cm (50 m x 200 m. As formas de utilização de todas as espécies arbóreas registradas foram verificadas por meio de entrevistas com assentados, no comércio, nas feiras livres e no mercado municipal de Santarém. Foram amostrados 472,6 árvores/ha na FM, distribuídas em 134 espécies e, na FNM, 508,0 árvores/ha, distribuídas em 146 espécies. As espécies de maior valor de importância nos dois tipos florestais foram: Licania kunthianamm Hook. f. (Chrysobalanaceae e Mezilaurus itauba Taubert ex Mez (Lauraceae. As espécies que mais se destacaram com diferentes possibilidades de uso foram: Protium cf. heptaphyllum (Aubl. Marchand (Burseraceae, Hymenaea courbaril L. (Fabaceae e Caryocar villosum (Aubl. Pers (Caryocaraceae. Após quatro anos de colheitas, não ocorreu diferenciação estrutural entre FM e FNM.

  8. Morfotectônica da Bacia Hidrográfica do Rio Bonito, Petrópolis, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Delgado Mendes

    2007-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é investigar o papel das estruturas subjacentes associadas à evolução tectônica regional e o seu reflexo na geomorfologia, a partir de uma abordagem morfotectônica na bacia do rio Bonito, localizada no extremo norte do município de Petrópolis, Planalto Serrano do Estado do Rio de Janeiro. As estruturas identificadas na área correspondem a falhas e famílias de juntas, que estão relacionadas com as descontinuidades de caráter regional e diretamente associadas ao contexto geológico regional ao qual se inserem, exibindo condições significativamente marcadas pelos processos vinculados à ruptura continental e abertura do Oceano Atlântico, iniciados a partir do Jurássico Superior, especialmente pela reativação de descontinuidades preexistentes. O controle tectônico-estrutural se reflete na compartimentação morfotectônica a partir (ada integração dos dados estruturais, da análise dos lineamentos da rede de drenagem, que definem trends de lineamentos que correspondem a estruturas identificadas e medidas, (b do relevo, que apresenta escalonamentos e o desenvolvimento de vales suspensos, e (c da distribuição espacial da cobertura sedimentar que reproduz a complexidade de feições observadas tanto no contexto local quanto no regional. Dessa maneira, tendo como princípio que a tectônica influencia diretamente a evolução da paisagem, os dados obtidos mostram uma interferência direta das estruturas na compartimentação morfotectônica e na dinâmica e evolução da paisagem da área em estudo.

  9. A mídia e a educação científica: uma discussão sobre a cobertura da reforma do código florestal brasileiro pela Folha de S. Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Moraes Gonçalves

    2012-08-01

    Full Text Available O texto objetiva levar à reflexão sobre a importância do conhecimento científico para tomadas de decisões nos diferentes setores da sociedade, e sobre o compromisso da mídia em não restringir-se à cobertura factual, mas contribuir para o processo educacional. A reforma do Código Florestal brasileiro recebeu em 2011 atenção tanto no Congresso Nacional quanto na mídia. Deputados brasileiros aprovaram a proposta que prevê a ampliação do desmatamento sem ouvir os cientistas a respeito. A medida prejudica a meta brasileira de controle das emissões de gases que acentuam o efeito estufa. O jornal Folha de S.Paulo defendeu, em editoriais, a alteração da legislação e somente opinou a favor da manifestação dos cientistas depois que a medida tinha sido aprovada. A sociedade ficou à margem dessa discussão, pois não se construiu um conhecimento científico capaz de propiciar um entendimento sobre o significado de tal reforma e as consequências ambientais que afetam diretamente a vida no planeta. Este artigo analisa a cobertura da Folha de S.Paulo acerca dessa reforma do Código Florestal brasileiro do ponto de vista da Análise do Discurso e conclui que o contrato de leitura entre jornal e leitores revelou-se inadequado, pois se esperava mais análise e reflexão de temas de tamanha importância.

  10. Variables of briquetting process and quality of forestry biomass briquettes Variáveis do processo de briquetagem e qualidade de briquetes de biomassa florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thielly Schmidt Furtado

    2010-10-01

    Full Text Available

    In the quest for recovery of waste generated from forest production to the process of industrial transformation of the biomass it was developed the process of briquetting. The cluster of wood particles facilitates the operations of handling of combustible material in addition to concentrating the available energy in terms of volume. The purpose of this study was to evaluate whether the raw material affects the quality of the briquette and verify the effect of pressure applied during the mechanical and energy  characteristics of the final product, and to evaluate the behavior of the material mix (MIX compared to pure materials. The briquettes were produced in a pilot  briquetter, hydraulic piston, 120 °C with a constant pressure of 50 bar for eight minutes and 65, 95 or
    130 bar for two minutes. Six briquettes were used for each treatment. The characteristics evaluated were calorific value (GCV, bulk density and compressive strength. The raw material has a greater influence on the quality of briquettes than the compaction pressure. The low pressure is the most suitable for Pinus sp forest biomass briquettes. In this, MIX submitted satisfactory quality of briquettes with PCS 4,773 kcal kg-1, density 1220 kg m-³ and compressive strength of 167 kgf cm-2.

     

    doi: 10.4336/2010.pfb.30.62.101

    Na busca pelo aproveitamento dos resíduos gerados desde a produção florestal até os processos de transformação industrial da biomassa, desenvolveu-se o processo de briquetagem. A aglomeração de partículas de madeira facilita as operações de  manuseio do material combustível, além de concentrar a energia disponível em termos de volume. O objetivo do presente trabalho foi avaliar se a matéria-prima tem influência na qualidade do briquete e verificar o efeito da pressão aplicada durante o processo nas  características energéticas e mecânicas do produto final, além de avaliar o comportamento da  mistura de materiais

  11. ANÁLISE GEOAMBIENTAL DA BACIA DO GUARAPIRANGA, REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, PARA UMA AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS E ASSOREAMENTO DO RESERVATÓRIO CORRESPONDENTEPAULO: PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS E ASSOREAMENTO DO RESERVATÓRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William de Queiroz

    2015-03-01

    Full Text Available A atual crise da água, resultante da perda qualitativa e quantitativa dos mananciais e do aumento das necessidades de suprimento, caracteriza o reservatório Guarapiranga, o segundo maior manancial do sistema de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo – RMSP, como um dos exemplos mais críticos. O problema da degradação da água armazenada nesse reservatório é gerado, sobretudo, pela contaminação por esgoto, mas também é provocado pela perda de volume, devida ao assoreamento. Este processo, considerado um efeito do desequilíbrio ambiental na bacia, devido à ocupação, é o objeto deste trabalho que aborda a análise do potencial de produção de sedimentos da bacia contribuinte. Neste sentido, foi realizada uma análise comparativa do comportamento das sub-bacias quanto à erosão, à transferência e produção de sedimentos, que revelou que as sub-bacias de grande porte constituem as principais fontes de sedimentos do reservatório.  Entretanto, suas configurações geomorfológicas de atenuação do relevo, das cabeceiras para o reservatório, com a formação de extensas planícies aluvionares até as desembocaduras, favorecem a retenção dos sedimentos, sobretudo os mais grosseiros, permitindo que apenas sedimentos em suspensão possam contribuir para assorear o fundo do reservatório. Dentre estas sub-bacias destaca-se a do Embu Mirim. Por outro lado, embora com taxas de produção menores, as sub-bacias de menor porte, junto ao reservatório, quando ocupadas por áreas urbanas, como a do Guavirutuba, produzem localmente deltas que avançam no reservatório. Este quadro sugere um assoreamento de fundo generalizado, com camadas de sedimentos finos, acrescido de deltas de sedimentos mais grossos nas desembocaduras das pequenas sub-bacias ocupadas, junto ao reservatório. Conclui-se que as áreas próximas ao reservatório são as áreas geoambientalmente mais sensíveis à ocupação do solo com respeito ao

  12. Análise Morfométrica da Rede de Drenagem da Bacia do Rio do Machado-MG / Morphometric Analisys of Machado Drainage Basin – Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Carina Siqueira Ribeiro

    2010-04-01

    Full Text Available Este artigo visa analisar a rede de drenagem através da utilização das técnicas de indice Relação Declividade e Extensão do Curso de agua (RDE e análise do perfil longitudinal dos vales, numa região chave do Planalto Sul de Minas, a fim de contribuir com estudos sobre evolução da paisagem da região sudeste do Brasil. A pesquisa foi realizada na Bacia Hidrográfica do Rio do Machado (MG, afluente do Alto Rio Grande, e regiões adjacentes, localizadas no Planalto Sul de Minas. O Rio do Machado apresenta uma particularidade em seu curso, com uma mudança brusca de direção tomada por sua drenagem na área próxima ao seu médio curso. Com a aplicação das técnicas pretende-se compreender melhor a dinâmica do relevo na área, identificando áreas com indício de ação neotectônica e seu padrão de distribuição na bacia.

  13. Desenvolvimento de um Sistema Multimídia Educacional sobre a Paleontologia da Bacia de Pirabas, Mioceno do Norte do Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Aparecida Fernandes dos Reis

    2007-07-01

    ódicose eventos científicos. O CD-ROM elaborado fornecemapas da bacia, coluna geológica do tempo, colunaestratigráfica, fotografias e esquemas dos fósseis,um glossário, exercícios de fixação para seremtrabalhados com os alunos, além de um modelo dopaleoambiente estudado. Este material poderá serutilizado como ferramenta didática por professorese auxiliar os alunos do ensino fundamental e ensinomédio na aprendizagem da paleontologia, alémdisso, poderá ser usado na formação continuada deprofessores de ciências possibilitando que estes,adquiram um maior conhecimento paleontológico.

  14. Unidades ambientais da bacia hidrográfica do Rio Santana, Sul da Bahia Environmental stratification in the Santana river watershed, south of Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danusa Oliveira Campos

    2008-12-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do Rio Santana apresenta inúmeros problemas ambientais ocasionados pelas atividades econômicas impactantes e pressão antrópica. Para atenuar esses conflitos, garantir a conservação ambiental e a sustentabilidade dessa área de extrema importância para a região, deve-se identificar e conhecer seu ambiente. Este trabalho realizou uma estratificação ambiental na bacia hidrográfica do Rio Santana, analisando as inter-relações entre os elementos das paisagens. A vegetação, a geologia e o relevo foram os critérios utilizados para a delimitação das unidades ambientais, uma vez que, nessa área, estes fatores atuam com maior intensidade na gênese dos solos. Assim, foram identificadas seis unidades ambientais com características peculiares: Planície Quaternária Marinha, Planície Quaternária Estuarina, Tabuleiro Costeiro Sedimentar, Mar de Morros, Depressão Cristalina e Morro Florestado. Adicionalmente, foram caracterizadas as principais classes de solos por meio de análises físicas, químicas e mineralógicas. A diversidade litológica nesta bacia condiciona a grande variedade pedológica, influenciando fortemente as propriedades dos solos. Os resultados obtidos evidenciam os diferentes processos ocorridos em cada unidade ambiental. As principais classes de solos encontradas na região são: Latossolos, Argissolos, Cambissolos, Luvissolos, Neossolos e Gleissolos.Many environmental problems in the watershed of the Santana River are caused by anthropogenic influence and the impact of economic activities. To attenuate these conflicts and to ensure the conservation and sustainability of this regionally extremely important area, the environment must be better understood. The aim of this study was an environmental stratification of the catchment of the River Rio Santana, in the South of Bahia, Brazil, based on the analysis of inter-relations between landscape components. Vegetation, geology and topography were

  15. ANÁLISE DO RELEVO DA BACIA DO CORREGO CASTELO (BAURU – SP: A INFLUÊNCIA DA URBANIZAÇÃO NOS PROCESSOS EROSIVOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Thomazini

    2012-06-01

    Full Text Available A expansão urbana na maioria das cidades brasileiras, muitas vezes se dá de forma desordenada e em lugares impróprios, proporcionando consequências desastrosas como enchentes, assoreamento das drenagens e deslizamentos, conferindo riscos à população ali instalada e prejuízos aos cofres públicos. Assim, o presente trabalho tem por objetivo principal analisar a influência da expansão urbana no surgimento dos processos erosivos lineares, por meio dos estudos do relevo, na Bacia Hidrográfica do Córrego do Castelo, localizada na cidade de Bauru/SP. Para isto, utilizou-se o arcabouço teórico-metodológico da teoria Geral dos Sistemas, através da qual a Bacia Hidrográfica é compreendida como um sistema aberto, composto por conjuntos sendo estes, formados por elementos que se inter-relacionam. Deste modo, foram confeccionadas cartas morfométricas, usando as técnicas da cartografia digital semiautomática e associando os dados por estes obtidos, foi possível a construção da Carta de Energia do Relevo. Esta, juntamente com as Cartas Geomorfológicas, de Uso e Ocupação da Terra e os trabalhos de campo permitiram uma análise satisfatória, identificando a influência da ocupação urbana nos processos morfogênicos, onde a impermeabilização do solo nas vertentes, a canalização do escoamento superficial e a ocupação de fundo de vale exercem ações significativas sobre o relevo.

  16. ESTUDO DE PARÂMETROS MORFOMÉTRICOS DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JACARECICA (SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex de Sousa Lima

    2016-03-01

    Full Text Available Dentre as diversas formas de se estudar as bacias hidrográficas uma delas é através dos parâmetros morfométricos, pois dão o suporte ao entendimento de processos dinâmicos atuantes no relevo. Este trabalho visou estudar a morfometria da sub-bacia do rio Jacarecica, Sergipe, Brasil. A base de dados utilizada foi a do Atlas Digital sobre Recursos Hídricos de Sergipe (SEPLAN/SRH, 2004, corrigida. As características morfométricas de área foram obtidas através do software Spring 4.3, enquanto que as outras se deram por meio de equações. A área da drenagem encontrada foi de 503,76 km², extensão de 59 km e orientação NW-SE. A partir dos dados constatou-se que a sub-bacia apresenta-se alongada, apesar de o Índice de Circularidade (Ic apontar para um arredondamento. É sinuoso com drenagem baixa e sua densidade hidrográfica é diretamente afetada pelas Serras Residuais (quartzito. Observou-se que na área a montante das serras há uma deficiência de umidade o que influi na ocupação e utilização do espaço agrário local. Fato que faz com que haja na sub-bacia dois comportamentos diferenciados quanto à distribuição de umidade, controlado pelo fator orográfico. Palavras-chave: Morfometria; Bacia Hidrográfica; Geologia; Geomorfologia.   STUDY OF MORPHOMETRIC PARAMETERS OF THE SUB-BASIN OF THE RIVER JACARECICA (SE   ABSTRACT Among the various forms of studying watersheds of them is through the morphometric parameters because they give support to the understanding of active dynamic processes in relief. This work aimed to study the morphology of the sub-basin of the river Jacarecica, Sergipe, Brazil. The database used was the Digital Atlas of Sergipe on Water Resources (SEPLAN / SRH, 2004, corrected. The morphological characteristics of the area were obtained Spring 4.3 software, while the other is given by equations. The drainage area found was 503.76 square kilometers, extending 59 km and NW-SE orientation. From the data it

  17. ANÁLISE MORFOMÉTRICA DE BACIAS DE CABECEIRA COMO FERRAMENTA DE INVESTIGAÇÃO GEOMORFOLÓGICA EM MÉDIA E LARGA-ESCALA ESPACIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chrystiann Lavarini

    2013-12-01

    Full Text Available ResumoApesar das bacias de cabeceira abrangerem grande parte da área das bacias hidrográficas, elas detêm, ainda hoje, uma quantidade de estudos muito inferior aos segmentos fluviais de ordem hierárquica elevada. O papel das zonas de cabeceira na configuração de unidades geomorfológicas como bacias hidrográficas, redes hidrográficas e compartimentos morfológicos pode ser analisado a partir da análise morfométrica. Este trabalho buscou justamente investigar a relevância da análise morfométrica de bacias de cabeceira como ferramenta para a compreensão da configuração de unidades geomorfológicas de média e larga-escala espacial. Para tanto, adotou-se como estudos de caso, as bacias de cabeceira do Ribeirão da Mata e do Córrego Jaguará, pertencentes ao Alto-Médio Curso do Rio das Velhas, em Minas Gerais. Em sua essência, foram analisados os arranjos espaciais, os padrões morfológicos e os fatores condicionantes da gênese e evolução dessas bacias, visando estabelecer relações com a configuração geomorfológica do modelado e da rede hidrográfica. Para este fim, foram amostradas 482 bacias de cabeceira, seguidos de análises morfométricas e estatísticas em ambiente computacional. Os resultados indicam que nas áreas das bacias de cabeceira a variação altimétrica do coletor principal é acentuadamente maior, prevalecendo um gradiente energético elevado e, portanto, um ambiente com maior potencial erosivo em comparação ao padrão menos declivoso e mais próximo do estado de equilíbrio ideal dos cursos fluviais principais. Foram diagnosticadas também fortes influências estruturais na densidade de bacias de cabeceira na paisagem e, por conseguinte, no desenvolvimento das formas de relevo.  Ademais, nas porções drenadas sobre o Embasamento Cristalino, e mesmo nos calcissiltitos do Membro Pedro Leopoldo, os valores exibiram uma tendência geral a gradações mais uniformes das cotas altimétricas em fun

  18. Emissão e estoque de carbono do solo sob efeitos de borda e extração de madeira em áreas de floresta na Amazônia central

    OpenAIRE

    Abreu, Patrícia Maria Sousa de

    2010-01-01

    As mudanças ambientais causadas pela fragmentação florestal podem modificar o fluxo de carbono de um ecossistema florestal e contribuir para maiores emissões de dióxido de carbono (CO 2 ) para a atmosfera. Considerando que o solo possui um grande estoque de carbono (138 Gt de carbono até 8 m de profundidade na Amazônia Legal), a emissão desse carbono em forma de CO 2 poderia acelerar as mudanças climáticas. Para melhor compreender o efeito de borda e da extração de madeira sobr...

  19. O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco: a gestão das águas e a transposição do Rio São Francisco

    OpenAIRE

    Pires, Ana Paula Novais [UNESP

    2016-01-01

    O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), criado por Decreto Presidencial em 2001, objetiva concretizar a gestão descentralizada e participativa das águas do Rio São Francisco. O Rio escoa superficialmente por 2.700 km entre a nascente, na Serra da Canastra (MG), à foz, em meio aos estados Sergipe (SE) e Alagoas (AL). O Rio compreende ainda os estados da Bahia (BA), Pernambuco (PE), parte de Goiás (GO) e do Distrito Federal (DF). Assim sendo, este estudo objetiva analisar a...

  20. Análise de sensibilidade e propagação de incerteza em modelos hidrossedimentológicos: contribuição à modelagem de bacias hidrográficas

    OpenAIRE

    Pereira, Luiz Henrique [UNESP

    2016-01-01

    Atenuar incertezas nos resultados de modelos dinâmicos que estimam a produção de sedimento na vertente e o transporte do material no canal fluvial torna-se fundamental quando se considera a premência de políticas territoriais em minimizar o risco de sub ou super exploração dos recursos naturais, bem como indicar a disponibilidade de água em bacias hidrográficas. A aplicação de modelos de simulação de processos ambientais tem sido amplamente favorecida pelo avanço das geotecnologias, em especi...

  1. O projeto de novo Código Florestal e o paradigma da Educação do Campo: antíteses inconciliáveis.

    OpenAIRE

    Bezerra, Vinícius Pereira

    2012-01-01

    O Projeto de Lei nº 1.876/99, tramitando atualmente no Senado Federal, é um substitutivo do Código Florestal Brasileiro. A proposta de novo Código Florestal, de autoria do deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), segundo a crítica da comunidade científica e de variados movimentos sociais, trará impactos profundamente danosos à biodiversidade dos ecossistemas brasileiros e, por conseguinte, afetará as populações humanas. No presente artigo, o mencionado Projeto de Lei é analisado, contrastando...

  2. Diagnóstico do marketing ambiental de bens e serviços do setor florestal

    OpenAIRE

    Valdetaro, Erlon Barbosa; Binoti, Mayra Luiza Marques da Silva; Brianezi, Daniel; Jacovine, Laércio Antônio Gonçalves

    2012-01-01

    Foram realizadas coletas e análises em propagandas e campanhas publicitárias de empresas de produtos e serviços florestais em nove revistas e 91 websites do setor, buscando propagandas e ações de marketing que tivessem algum tipo de apelo ambiental, tais como termos ambientais, símbolo com apelo ambiental, selo de certificação e imagem com apelo ambiental. O “termo ambiental” está presente em 85,9 % das 157 propagandas pertencentes a diversos segmentos florestais. O setor florestal tem adotad...

  3. Análise temporal da permeabilidade da superfície urbana da sub-bacia do córrego centenário em Lavras, MG Temporal analysis of permeability urban surfaces locaty of the Centenário sub-basin creek in Lavras, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barbosa Furtini

    2007-08-01

    Full Text Available Nos últimos anos, séries de estudos têm sido realizadas por estudiosos de diferentes áreas para estabelecer os efeitos da urbanização na hidrologia de sub-bacias. O processo de urbanização freqüentemente produz alterações na drenagem da água pluvial. Um SIG com dados cadastrais planaltimétricos e fotografias aéreas permitiram estudar a ocupação em 3 diferentes períodos (1999, 1986 e 1971 na sub-bacia do Centenário, na cidade de Lavras, MG. Objetivou-se com este estudo realizar a análise temporal da permeabilidade da superfície na sub-bacia do Centenário comparando os 3 períodos. A permeabilidade da superfície urbana foi obtida pela análise da ocupação dos quarteirões por área construída ou pavimentada. Os resultados permitiram verificar que a permeabilidade da superfície decaiu de 1971 para 1999. Nestes anos a área urbana cresceu reduzindo a permeabilidade do solo da sub-bacia. Conclui-se que, sendo óbvio que a urbanização causou impactos na sub-bacia, as metodologias utilizadas para essas análises foram muito eficientes para determinar os impactos de superfícies impermeáveis.Over the past years, a series of studies have been undertaken by scientists of different areas, to assess the effects of urbanization on the hidrology of subbasins. The urbanization process has frequently been done alterations on the drainage of pluvial water. A GIS data base containing the cadastral planiltimetric charts and aerial photographies allowed to study the land occupation in three different periods (1999, 1986 and 1971 of the Centenário Subbasin in Lavras city, MG. So, the subject of this study was to realize a temporal analysis of the surface permeability of the Centenário subbasin comparing the three periods. The urban surface permeability was avaibled by the analysis of the city's squares occupation per builted or paved area. The results permitted verify that the surface permeability downed from 1971 to 1999 years. In

  4. Estoques de carbono e nitrogênio de solos e sua relação com atributos químicos de solos, águas e sedimentos marginais como indicadores de manejo e conservação de ecossistemas na bacia do Rio Paraopeba-MG

    OpenAIRE

    Silva, Libério Junio da

    2015-01-01

    O avanço das fronteiras agrícolas, caracterizado pela substituição de ecossistemas naturais por áreas cultivadas, vem tomando força nas últimas décadas, levando a alterações na qualidade do solo e na dinâmica da matéria orgânica do solo e dos ecossistemas aquáticos. Sabe-se que o solo é um importante reservatório de carbono (C) e nitrogênio (N) e, em função do manejo, parte desse reservatório pode ser liberado (perdido) para a atmosfera e/ou hidrosfera, contribuindo para o aumento das concent...

  5. Fósseis do Devoniano de Goiás, Brasil (Sub-bacia Alto Garças, Bacia do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Augusto Carbonaro

    Full Text Available RESUMO O registro fóssil do Devoniano do estado de Goiás (Sub-bacia Alto Garças, Bacia do Paraná é ocorrente nos arredores de diversas cidades como Amorinópolis, Iporá, Caiapônia, Rio Verde e Doverlândia. Contudo, os fósseis encontrados em Goiás são, em sua maioria, representados por braquiópodes, comumente pertencentes aos gêneros Derbyina, Australocoelia, Australospirifer, Schuchertella, Orbiculoidea e Lingula. Embora também haja ocorrências, em menor número, de outros grupos como trilobitas, moluscos, tentaculitoideos, anelídeos, equinodermas, lycopsidas e cnidários, além dos microfósseis de quitinozoários, representados pelos gêneros Ramochitina, Ancyrochitina, Sphaerochitina, Angochitina, Conochitina, Lagenochitina e Cyathochitina. No entanto, os trabalhos que tratam de fósseis para esse estado são escassos quando comparados ao grande número de trabalhos realizados no Devoniano do estado do Paraná (Sub-bacia Apucarana, Bacia do Paraná. Tal fato se deve ao baixo número de pesquisadores trabalhando nessa área. Tendo em vista esse défice de artigos, o presente trabalho objetivou instigar o estudo dos fósseis devonianos de Goiás por meio de um levantamento paleontológico, que apresenta os fósseis e as localidades fossilíferas conhecidas no estado, além de apontar novos afloramentos e novos registros fósseis do Devoniano encontrados nas regiões fossilíferas do estado, as quais foram revisitadas pelos autores.

  6. Orientação de falhas presentes em testemunhos de sondagens do campo de Xaréu/bacia do Ceará

    OpenAIRE

    Dominguetti, Cristina Aparecida

    2002-01-01

    Um projeto de pesquisa está sendo desenvolvido pelo PPGG/UFRN e a PETROBRÁS no Campo Petrolífero de Xaréu localizado na bacia do Ceará, Nordeste do Brasil. O objetivo da pesquisa é a caracterização de um reservatório carbonático fraturado, o Calcário Trairí, para a perfuração de um poço com duas pernas horizontais levando em consideração o sistema natural de fraturas deste reservatório visando aumentar a taxa de recuperação do óleo. A presente dissertação é parte desta pesquisa e sua contri...

  7. ESTIMATIVA DA EROSÃO ATUAL DA BACIA DO RIO PARACATU (MG / GO / DF ESTIMATE OF THE CURRENT EROSION OF THE PARACATU RIVER BASIN, BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valtercides Cavalcante da Silva

    2007-09-01

    Full Text Available

    A equação universal de perda de solo (EUPS é amplamente utilizada na predição de perda de solo e na definição de práticas adequadas de manejo em vertentes individuais. Contudo, alguns fatores da equação são de difícil obtenção em bacias hidrográficas, como é o caso do fator de comprimento de vertente (fator L. Neste sentido, aplicou-se a EUPS para análise de uma bacia hidrográfica de médio porte, a bacia do Rio Paracatu. Em termos específicos, este trabalho visou o emprego da metodologia de cálculo automático do fator L, desenvolvido por Desmet & Govers (1996, com o suporte de um sistema de informações geográficas (SIG. Essa metodologia foi empregada na estimativa da erosão atual. Mapas temáticos existentes, juntamente com informações sobre solos, uso da terra, relevo e clima, foram utilizados para a obtenção de coberturas, que cruzadas no SIG, produziram mapas de erosão atual. Na estimativa da perda de solo, verificou-se que 67,2% da área total da bacia do Rio Paracatu ainda se encontram dentro da tolerância de perda de solo (inferior a 10 t.ha-1/ano. A adaptação do cálculo do fator de comprimento de vertente (L, seguindo a metodologia de Desmet & Govers (1996, que considera o fluxo acumulado, teve resultado satisfatório. A metodologia empregada mostrouse válida, uma vez que os aportes de sedimentos anuais calculados em seções onde havia dados sedimentométricos, ficaram próximos dos valores observados.

    PALAVRAS-CHAVE: Erosão; EUPS; fator L; SIG.

    The universal soil loss equation (USLE is widely used all over the world in the prediction of soil loss and in the definition of best management practices of single slopes. However, despite its potential of application, a few factors of the equation are difficult to obtain, such

  8. A riqueza e composição de formigas como indicadores dos efeitos do manejo florestal de baixo impacto em floresta tropical no estado do Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Nakayama Miranda

    2013-02-01

    Full Text Available A sustentabilidade da extração madeireira seletiva depende de avaliações de impacto e monitoramento dos fatores abióticos, vegetação e fauna. Os objetivos deste trabalho foram estimar e comparar a riqueza e composição de formigas em área de manejo florestal sustentável de baixo impacto, no Projeto de Assentamento Chico Mendes, no Acre. As coletas foram realizadas com armadilhas pitfall e extrator de Winkler, em 30 parcelas de 10 x 10 m. As parcelas foram igualmente distribuídas em três tratamentos: (1 manejo - base de árvores exploradas em 2007; (2 queda natural - base de árvores caídas naturalmente em área não manejada; e (3 controle - parcela sem queda de árvore na mesma área não manejada. Para a caracterização da vegetação, foram tomadas medidas das variáveis: densidade arbórea e arbustiva, área basal arbórea e de árvores caídas, espessura de serapilheira e cobertura de dossel. A densidade arbórea foi significantemente maior no tratamento controle que no manejo. Diferenças significativas foram encontradas em cobertura de dossel entre os tratamentos controle e manejo e controle e queda natural. Foram coletadas 88 espécies de formigas, distribuídas em sete subfamílias. Não houve diferença na riqueza de espécies entre os tratamentos. Embora menor similaridade tenha sido encontrada entre os tratamentos manejo e controle, não foram observadas grandes diferenças na composição entre eles. Esses resultados indicaram que, nessa área, a atividade de extração madeireira de baixo impacto não afetou a assembleia de formigas, portanto, funcionalmente, essa forma de manejo não acarretou alterações no ecossistema em relação aos serviços associados às formigas.

  9. GEOSSISTEMAS E CLIMATOLOGIA GEOGRÁFICA: ESTUDOS INTEGRADOS DO CLIMA EM BACIAS HIDROGRÁFICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wesley da Silva Belizário

    2014-12-01

    Full Text Available Os estudos do ambiente têm sido cada vez mais frequentes, sobretudo aqueles relacionados aos impactos negativos ao ambiente natural, seja no espaço rural ou urbano. Várias contribuições teóricas têm surgido para dar sentido e embasamento para tais análises, principalmente aquelas que tentam relacionar todas as possibilidades presentes no meio, a fim de que se efetive o chamado estudo integrado do ambiente, sendo uma dessas contribuições a teoria dos geossistemas. O presente trabalho tem como objetivos refletir sobre a teoria geossitêmica, seu surgimento, seus referenciais, suas bases, e suas contribuições para a análise e gestão de bacias hidrográficas. Da mesma forma, conceituar climatologia geográfica, relacionar com a abordagem geossitêmica e conflitar esses conceitos no sentido de seguir para a determinação das bacias hidrográficas como áreas propícias aos estudos em climatologia, tendo em vista que as bacias são unidades que englobam todos os fenômenos possíveis, espaciais, temporais, físicos, naturais, sociais, territoriais e econômicos. Nesse aspecto, as bacias hidrográficas são ambientes completos, do ponto de vista físico e social para estudos climatológicos.

  10. Fauna do Solo como Indicadora em Fragmentos Florestais na Encosta de Morrotes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    Full Text Available RESUMO A diferença sucessional entre os fragmentos florestais reflete-se na comunidade da fauna do solo, mostrando-se um bioindicador eficiente. A não diferenciação entre terços indica que a degradação antrópica ocorre de forma homogênea em toda a extensão da encosta florestal.

  11. Geologia e pedologia da bacia glacial no distrito de Sousas, Campinas, SP Geology and pedology of a glacial basin found in the Sousas area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolpho José Melfi

    1962-01-01

    Full Text Available O presente trabalho refere-se à geologia e pedología de uma bacia sedimentar glacial, situada no distrito de Sousas, Município de Campinas, em região de rochas pré-cambrianas. Os estudos geológicos constaram da elaboração de mapa geológico, baseado em fotografias aéreas, na escala média de 1:14 000 e mapa topográfico na escala de 1:5000; reconhecimento das rochas e esbôço estrutural da bacia. Quando à pedología, foram feitas caracterizações morfo-pedogenétícas dos solos por meio de perfis e determinações das classes texturais através de análise granulométrica.A glacial basin was found in the Sousas area, Campinas County, surrounded by pre-Cambrian rocks and not connected with the Paraná sedimentary basin which possesses a similar formation. Geological studies were carried out consisting of petrographie identifications, structural sketch of the basin, delimitation of its occurrence, and mapping of its geological limits. The field delimitation was done by means of aerial photographs (average scale 1:14, 000 and topographic maps (scale 1:5, 000. The pedological studies that were performed consisted in taking soil profiles for morphological and genetic characterization of the great soil groups and collection of samples for textural analysis.

  12. DIAGNOSTICO SOCIOECONOMICO E AMBIENTAL COMO FERRAMENTA DE PLANEJAMENTO PARA A AGRICULTURA FAMILIAR. ESTUDO DE CASO: SUB-BACIA DO RIO DAS PEDRAS, ITATINGA-SP.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo José Pisani

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi elaborar o diagnóstico socioeconômico e ambiental na sub-bacia do Rio das Pedras, município de Itatinga-SP, a partir do método de Rocha (1997. Para tanto, foram aplicados questionários com perguntas fechadas com nove famílias de produtores rurais da área de estudo. As etapas do questionário levaram em consideração as variáveis; 1 – demográfica; 2 – habitacional; 3 – alimentação; 4 - participação em associação (associação rural, salubridade rural, animais de trabalho e produção; 5 - a quem vende a produção agrícola e, por último, as variáveis ambientais (presença de pontos de poluição na sub-bacia estudada. Chegou-se aos seguintes resultados pelo método da função linear: 52,2 % de deterioração para o diagnóstico socioeconômico e 38,5 % de deterioração para o diagnóstico ambiental. De acordo com o método utilizado, a tolerância de porcentagem para os diagnósticos abordados é de no máximo 20 %. Nessas condições, identifica-se o quão urgentes e necessárias são as intervenções por parte do poder público, notadamente da Casa da Agricultura de Itatinga-SP para reverter o quadro de depauperamento socioeconômico e ambiental.

  13. Análise e Previsões das Ações Antrópicas para a Bacia do Rio do Sangue - Mato Grosso/Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Cocco

    2015-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é avaliar e realizar previsões da intensidade da transformação antrópica na Bacia do rio do Sangue – Mato Grosso. As imagens Landsat-5 para os anos de 1990, 2000 e 2010, foram georreferenciadas, classificadas e processadas no software Spring e as classes temáticas foram quantificadas no software Arcgis. O grau de antropização foi verificado através do Índice de Transformação Antrópica. Foi realizada uma análise de regressão a fim de obter as previsões para o índice de transformação antrópica a cada cinco anos até 2050. Os resultados permitiram constatar que todas as classes sofreram alteração durante os 20 anos analisados, com o aumento da pastagem, agricultura, massas d’água e outros usos antrópicos; e diminuição da vegetação natural. Verificou-se um aumento do nível de antropização, passando de pouco degradado em 1990 para regular em 2000 e 2010. De acordo com a regressão aplicada o nível de transformação antrópica na bacia se manterá no estado regular até 2040, passando para degradado em 2045.

  14. Análise da atividade florestal no município de Viçosa-MG Analysis of forest activity in Viçosa-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Albino Fontes

    2003-08-01

    Full Text Available Estudou-se a atividade florestal no município de Viçosa-MG, a partir de questionário aplicado aos agricultores cujas propriedades rurais possuíam florestas plantadas. Foi amostrado um total de 63 propriedades rurais, abrangendo uma área de 2.096,95 ha. As áreas de floresta nativa e plantada, na amostra, foram de 372,00 e 260,17 ha, o que corresponde, respectivamente, a 17,74 e 12,41% da área amostrada. O tipo de floresta nativa predominante foi a capoeira (67,55%, e a espécie preferida para o reflorestamento foi o eucalipto (92,68%. O uso médio da mão-de-obra nas fases de implantação, manutenção e colheita dos plantios florestais foi estimado em 30,21, 13,64 e 61,25 dias-homem/ha, respectivamente, totalizando 105,10 dias-homem/ha, sendo a participação da mão-de-obra familiar de 25,24%. Os custos inerentes à atividade florestal foram estimados em R$419,30/ha para implantação; R$146,49/ha e R$80,34/ha para manutenção no primeiro e segundo ano, respectivamente; e R$2,11/m³ para colheita da madeira. Os plantios florestais concentram-se nas áreas de encostas, e o número médio de empregos gerados pelo reflorestamento (eucalipto foi 0,042 emprego/ha. Concluiu-se, de modo geral, que o reflorestamento é considerado atividade pouco atrativa, não identificando propriedades tipicamente florestais, sendo recomendada a elaboração de políticas públicas de incentivo ao reflorestamento.Forest activity was studied in Viçosa-MG, through a questionnaire applied to farmers who planted forests. A total of 63 farms were sampled, comprising an area of 2,096.95 ha. The natural and planted forest areas sampled were of 372.00 ha and 260.17 ha, corresponding to 17.74% and 12.41%, respectively. The predominant natural forest was the secondary forest (capoeira (67.55%, and the species chosen for reforestation was eucalypt (92.68%. Average labor use in the phases of implementation, maintenance and harvest of the forest plantations was

  15. A INFLUÊNCIA DA TOPOGRAFIA NA DISTRIBUIÇÃO DE GRAMÍNEAS EM UM FRAGMENTO DE FLORESTA ATLÂNTICA URBANA MONTANHOSA – MACIÇO DA TIJUCA/RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Accioly Dias

    2011-12-01

    Full Text Available Um importante mas ainda pouco compreendido fator de influência na dinâmica florestal em áreas montanhosas é a topografia. O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial de manchas de gramíneas no fragmento de floresta atlântica urbana que recobre o Maciço da Tijuca, levando em conta os aspectos topográficos. Foi feito um mapeamento de uso e cobertura com base em ortofotos aéreas de 2004, e, com o auxílio de um Modelo Digital de Elevação, foram realizadas algumas análises espaciais (mensuração de área em superfície real, orientação de encostas, radiação incidente e posição topográfica e temporais (comparações entre mapeamentos realizados em 1972, 1984 e 1996 e comparações entre ortofotos de 1999 e 2004. As manchas de gramíneas e de vegetação arbóreo-arbustiva apresentaram um forte padrão de distribuição espacial, concentrando-se nas encostas voltadas para o Norte e nos divisores e altas encostas, o que foi atribuído, respectivamente, à maior incidência de radiação solar nas encostas Norte e à convergência dos fluxos de água e nutrientes dos divisores para os fundos de vale. Temporalmente, notou-se uma ligeira tendência de aumento das áreas de gramíneas nas zonas de divergência de fluxos e diminuição nas zonas de convergência. Observou-se ainda que, dentre as bacias de segunda ordem que possuíam gramíneas em 1999, 37% mostraram significativa transformação para formações arbóreo-arbustivas em 2004 – o que provavelmente se deveu em parte aos reflorestamentos realizados nestas áreas.

  16. Comparison between abiotic parameters and the forest structure of a forest fragment and an eucalyptus (Eucalyptus saligna Smith abandoned reforestation in the ecological park of Klabin, Telemaco Borba/PR Comparação entre parâmetros abióticos e a estrutura florestal de um fragmento de floresta e um reflorestamento abandonado de eucalipto (Eucalyptus saligna Smith no parque ecológico da Klabin, Telêmaco Borba/PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Pimenta

    2010-10-01

    ções florestais, sendo uma delas um fragmento florestal secundário e a outra uma área abandonada de reflorestamento com eucalipto, neste trabalho foram avaliados alguns parâmetros abióticos, bem como a estrutura florestal das áreas. Dentre os fatores abióticos estudados estão: temperatura e umidade relativa do ar, compactação, umidade e pH do solo e espessura da serapilheira. Para analisar a estrutura florestal, foram avaliados: cobertura de herbáceas sobre o solo, índice de cobertura do dossel, diâmetro a altura do peito (DAP, área basal (AB e altura das árvores de todas as espécies. Entre os parâmetros analisados, comparando-se as áreas, foram observadas que: a compactação do solo é maior na floresta secundária (0,57 MPa do que no reflorestamento de eucalipto (0,43 MPa; a presença de herbáceas sobre o solo é menor no reflorestamento de eucalipto (17,96% do que na floresta secundária (59,4%; o índice de cobertura do dossel foi de 45,99% para o reflorestamento de eucalipto, enquanto na floresta secundária este valor foi de 61,02%. No entanto, de acordo com o teste de Kolmogorov-Smirnov, a estrutura florestal não é diferente entre as áreas, já que os valores de DAP e altura não diferiram entre o calculado e o observado.

  17. Identificação dos impactos ambientais da ocupação irregular nas Áreas de Preservação Permanente (APP da Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramon Petrilho Silveira

    2016-12-01

    Full Text Available As nascentes representam o início da formação das redes de drenagens e, assim, são fundamentais para a manutenção dos recursos hídricos. Apesar da notória importância de preservação dessas áreas, esses ambientes ainda continuam sofrendo com as ações predatórias do homem. Como consequência, destaca-se a redução na vegetação ciliar, perda na biodiversidade da fauna e flora, aumento dos processos erosivos no solo e assoreamento de diversos corpos d’água, inclusive de nascentes. Neste artigo, realizaremos um estudo de revisão bibliográfica a respeito da situação ambiental na qual se encontra a bacia do rio Itabapoana, dando ênfase nas áreas de nascentes.

  18. Aspectos Ecológicos dos Parasitos de Iheringichthys labrosus (Lütken, 1874 (Siluriformes: Pimelodidae em Reservatórios da Bacia do Rio Paraná e na Planície de Inundação do Alto Rio Paraná, Brasil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v27i4.1265 Ecological aspects of the parasites of Iheringichthys labrosus (Lütken, 1874 (Siluriformes: Pimelodidae in reservoirs of Paraná basin and upper Paraná floodplain, Brazil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v27i4.1265

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Cezar Pavanelli

    2005-03-01

    Full Text Available Foram examinados 62 espécimes de Iheringichthys labrosus capturados nos reservatórios de Rosana, Taquaruçú, Salto Grande e Canoas I, localizados na bacia do Rio Paraná. Cinqüenta peixes (80,65% estavam parasitados por pelo menos uma espécie. Foram encontrados os seguintes parasitos: uma espécie de Dactylogyridae; uma espécie de Apocreadiidae; uma espécie de Proteocephalidea; Procamallanus (Spirocamallanus pimelodus Pinto, Fábio, Noronha e Rolas, 1974; Quadrigyrus sp.; e Ergasilus sp. Na planície de inundação do Alto rio Paraná, foram capturados 35 espécimes deste mesmo hospedeiro, sendo que 13 estavam parasitados por pelo menos uma espécie (37,14%. As espécies de parasitos encontradas foram: Herpetodiplostomum gymnoti larva; uma espécie de Proteocephalidea; Procamallanus (Spirocamallanus pimelodus; Contracaecum sp. Tipo 1 larva de Moravec, Kohn e Fernandes, 1993; e Quadrigyrus sp. Em ambos os locais de estudo, a prevalência e a abundância de parasitismo não estavam correlacionadas com o comprimento padrão dos hospedeiros. Houve diferenças significativas entre prevalência e abundância das espécies de parasitos de acordo com o sexo dos peixes somente na planície de inundação do Alto rio Paraná. Além disso, observou-se em ambas as localidades que a abundância de parasitismo não exerce influência sobre o fator de condição dos hospedeiros. A comparação das infracomunidades de parasitos presentes nos peixes de ambas as localidades apresentou uma similaridade de 54,54%Sixty-two specimens of Iheringichthys labrosus, captured in Rosana, Taquaruçú, Salto Grande and Canoas I reservoirs, located in the Paraná River basin, were necropsied. Fifty specimens were parasited by at least one species (80.65%. Six parasite species were recorded: one species of Dactylogyridae; one species of Apocreadiidae; one species of Proteocephalidea; Procamallanus (Spirocamallanus pimelodus Pinto, Fábio, Noronha e Rolas, 1974

  19. Componente epifítico vascular de um fragmento florestal urbano, município de Criciúma, Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanilde Citadini-Zanette

    2013-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n2p33   Este estudo teve por objetivo realizar um levantamento florístico e fitossociológico, bem como analisar a distribuição espacial do componente epifítico vascular em um fragmento florestal em área urbana pertencente à floresta ombrófila densa submontana no município de Criciúma-SC. Adicionalmente, informações sobre os grupos ecológicos das espécies epifíticas e as estratégias de polinização e de dispersão também foram apresentadas. Foram amostradas 60 árvores como forófitos com DAP ≥ 10 cm, pelo método de pontos quadrantes centrados, e foi utilizado o método expedito por caminhamento para registrar as espécies epifíticas não amostradas nos forófitos pelo método fitossociológico. A frequência foi avaliada com base na ocorrência dos epífitos nos forófitos e nos segmentos fuste e copa. Foi registrada a presença dos epífitos nos forófitos nos segmentos fuste e copa. Foram encontradas 65 espécies distribuídas em 39 gêneros e em 14 famílias, das quais 49 foram amostradas no levantamento fitossociológico e as demais no levantamento por caminhamento. Bromeliaceae apresentou a maior riqueza, seguida de Orchidaceae e Cactaceae. Tillandsia recurvata (L. L. foi citada pela primeira vez no sul do estado. A diversidade específica foi estimada em H’ = 3,33 e a equabilidade (E foi igual a 0,86. O grupo ecológico dos holoepífitos foi o mais representativo na área de estudo. Entomofilia e anemocoria foram as estratégias predominantes para polinização e dispersão, respectivamente. No levantamento fitossociológico, o número de espécies epifíticas nos forófitos variou de 0 a 21. Os maiores valores de importância foram os relativos à Rhipsalis teres (Vell. Steud. e Microgramma vacciniifolia (Langsd. & Fisch. Copel.

  20. CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE DRENAGEM E DO SISTEMA LACUSTRE DA BACIA DO RIO GRANDE: OESTE DA BAHIA - REGIÃO DO MÉDIO SÃO FRANCISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Barbosa dos Santos

    2016-12-01

    Full Text Available O sistema lacustre da bacia do rio Grande situa-se em um local que reúne particularidades do ponto de vista geológico e geomorfológico, no noroeste do Cráton do São Francisco. A partir da investigação de elementos morfoestruturais, pretendeu-se apresentar um panorama da geomorfologia deste sistema. Mediante o uso de técnicas de sensoriamento remoto, procurou-se estabelecer a influência da litologia e da tectônica na dinâmica atual da rede de drenagem e do sistema lacustre. Os resultados revelaram a presença de feições como anomalias de drenagem, assimetria de bacias, confinamento de planícies aluviais, diferenças bruscas de densidade de drenagem e distinção na distribuição de lagoas quanto à forma e dimensão. A área do sistema lacustre foi compartimentada em dois domínios: Domínio I com morfoestruturas NW-SE e Domínio II com predomínio de morfoestruturas NE-SW e, subordinadamente E-W, concordantes com orientações dos falhamentos regionais, o que mostra que a reativação de antigas falhas e o contexto litológico são importantes fatores para a origem e desenvolvimento deste sistema lacustre.

  1. Icnito de Habitação (Serpulidae da Formação Riachuelo, Bacia Sergipe-Alagoas.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Melo Andrade

    2007-07-01

    Full Text Available A margem continental do leste e norte do Brasil apresenta uma série de bacias marginais, cujo desenvolvimento está diretamente relacionado com a separação da placa africana/sul-americana, eem ambos os lados do Atlântico Sul, as bacias têm uma história geológica comum. Com a abertura do Atlântico Sul, o mar transgressivo cobriu os depósitos da fase evaporítica protomarinha com águas moderadamente quentes e hipersalinas, possibilitando a deposição sucessiva de carbonatos. Assim, o registro desta fase marinha inicial é representado por uma extensa plataforma carbonática que se estende ao longo de 3.500 km de litoral brasileiro, desde a bacia de Santos até a bacia de Barreirinhas. A Formação Riachuelo aflora numa faixa de aproximadamente 20 km de largura, entre os municípios de Itaporanga e Pacatuba, noEstado de Sergipe. A Formação Riachuelo engloba um complexo de plataforma mista siliciclásticacarbonática, onde podem ser reconhecidos três membros: Angico, Taquari e Maruim. Os Polychaetas são encontrados abundantemente em alguns intervalos das sequências marinhas, principalmente em rochas do Albiano inferior daFormação Riachuelo, Coniaciano da Formação Cotinguiba e Campaniano superior da Formação Calumbi. As formas mais comuns são as secretorasde tubos calcários, p. ex., Serpula, Diploconcha e Hamulus, entretanto formas escavadoras, p. ex., Terebella, ocorrem de forma localizada. O presente trabalho tem como objetivo principal identificar os icnogêros que ocorrem na localidade Porto dosBarcos 2, da Formação Riachuelo. Esta localidade é representada por uma exposição de siltito argiloso amarelo, com concreções, e camadas que mergulham 20oNE, ocorrem ainda uma fauna associada composta por amonóides, biválvios, gastrópodos e equinóides, está a 10°43’22”S - 37º10’51”W, no município de Riachuelo. A construção dos icnitos dehabitação (Dominichnia desta formação é atribuída a poliquetas de

  2. Influência do manejo do solo nas propriedades químicas e físicas em topossequência na bacia do rio Araguaia, Estado do Tocantins Influence of soil management on chemical and physical soil properties along a toposequence in the Araguaia river basin, State of Tocantins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Flávia Gouveia de Faria

    2010-04-01

    Full Text Available A conversão do Cerrado nativo em áreas de exploração agrícola pode modificar os processos de decomposição e síntese da matéria orgânica do solo e, assim, na disponibilidade de nutrientes. Objetivou-se avaliar as propriedades químicas e físicas do solo em topossequência caracterizada por apresentar uso com pastagem cultivada com Brachiaria brizantha ao lado do Cerrado nativo, na camada de 0- 15 cm de profundidade. O estudo foi realizado no município de Colmeia, Estado do Tocantins. Foram determinados 10 pontos de coleta (cinco para Cerrado nativo e cinco para pasto para cada posição do relevo (topo, encosta e pedimento; em cada ponto amostral, foram coletados solos em três profundidades (0-5, 5-10 e 10- 15 cm, totalizando 90 amostras. Foram realizadas as seguintes análises químicas e físicas: C orgânico, P, K+, Ca2+, Mg2+, H + Al, pH e granulometria. O C orgânico não apresentou diferença (p > 0,05 entre os valores encontrados no Cerrado nativo e pastagem e as posições do relevo avaliadas. A conversão de Cerrado nativo para uso agropecuário reduziu os teores de P. Os teores de K trocável não foram alterados pela retirada da cobertura vegetal original. Observou-se aumento dos teores de areia quando se passou da meia-encosta para o pedimento.The conversion of native vegetation into agricultural areas can modify soil organic matter content and decomposition and synthesis processes and therefore the nutrient avalilability. The aim of this study was to evaluate the chemical and physical soil properties (0-15 cm depth in a toposequence characterized by planted pasture beside the native Cerrado vegetation cover. The study was carried out in Colméia, State of Tocantins. Ten sampling points were determined (five samples in native vegetation and five samples in pasture for each relief position (summit, midslope and footslope and at each point soils were sampled at three depths (0-5, 5-10 and 10-15 cm, totaling 90 samples. The

  3. Segmental hair mercury evaluation of a single family along the Upper Madeira Basin, Brazilian Amazon Avaliação de mercúrio em segmentos de cabelo dos indivíduos de uma única família residente na Bacia do Alto Madeira, Amazônia Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Amélia Peixoto Boischio

    2000-09-01

    Full Text Available Mercury pollution (MeHg up the aquatic food chains in the Amazonian ecosystems has been a major concern in environmental health. Riverside people (ribeirinhos along the Upper Madeira river are heavy fish eaters. Hair is the best biomarker for MeHg exposure. By assuming a constant hair growth rate, it is possible to evaluate a temporal profile of Hg exposure over the recent defined past. In this paper we present the segmental total hair Hg concentrations from a single family from which some of the 10 persons investigated had high hair Hg concentrations (peak of 339 ppm. We also presented the hair MeHg content from 4 out of the 10 family members investigated. There was a wide variation in total hair Hg concentrations (8 to 339 ppm among these individuals, who were mostly sharing their meals; there was also a wide variation in total Hg concentrations in the same individual over time (136 to 274 ppm. Hg speciation showed a mean and standard deviation in the MeHg content of 62% and 6%, respectively. The wide variation in total hair Hg concentration strongly indicated that it is possible to mitigate critical Hg exposure levels by conducting a fish advisory.A poluição por mercúrio orgânico (MeHg das cadeias alimentares aquáticas nos ecossistemas amazônicos constitui tema de relevância na saúde ambiental. O MeHg pode chegar às populações humanas mediante o consumo de peixe. Os ribeirinhos do Alto Madeira consomem grandes quantidades de peixe. O cabelo é o melhor biomarcador para exposição ao MeHg; é possível também assumir uma taxa constante de crescimento do cabelo, para verificar o comportamento das exposições no passado recente. Neste trabalho apresentamos as concentrações de Hg total (máxima de 339 ppm em segmentos de 3 cm de cabelo de dez pessoas de uma única família. Apresentamos também os percentuais de MeHg nas amostras de cabelo de quatro pessoas, dentre as dez em estudo. Nessa família, foi observada uma grande varia

  4. Estudo etnobotânico na comunidade de Conceição-Açu (alto da bacia do rio Aricá Açu, MT, Brasil Ethnobotany study in community of Conceição-Açu (on the upper basin of the River Aricá Açu, MT, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Corette Pasa

    2005-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo realizar o levantamento etnobotânico de plantas classificadas em diferentes categorias de uso na comunidade de Conceição-Açu, no município de Cuiabá, MT, Brasil e estimar o valor de uso das espécies botânicas em matas de galeria. Entrevistas estruturadas e semi-estruturadas, o uso do questionário foram aplicados em 59 residentes adultos de ambos os sexos. Identificou-se as unidades de paisagem: quintais, roças e matas de galeria e o número total de espécies utilizadas foi de 180. A maioria das plantas foi coletada durante a entrevista e depositadas no Herbário da UFMT. Nos quintais das residências identificou-se 86 espécies, pertencentes a 43 famílias, a maioria cultivada e utilizada como alimento (48,1% e como remédio (44,5%. Nas roças os principais cultivos são: Manihot esculenta L. (100%, Carica papaya L. (76,2%, Musa paradisiaca L. (71,4%, Saccharum officinarum L. (57,1%. Na mata de galeria destacou-se a categoria medicinal (65%, com as espécies: Copaifera langsdorffii Desf. (2,5, Aspidosperma polyneuron Muell. Arg. (2,5, Hymenaea stignocarpa Mart. (2,33, Diptychandra aurantiaca Tul. (2,0, Cariniana rubra Gardner ex. Miers (20 e as famílias botânicas Mimosaceae, Bignoniaceae, Caesalpiniaceae, Fabaceae e Sapindaceae. Os resultados demonstram que a população possui vasto conhecimento das plantas e de suas propriedades de cura.This paper aims at doing the ethnobotany survey of plants classified in different categories of use in the community of Conceição-Açu, in the city of Cuiabá, MT, Brazil and estimate the value of use of the species botanic in the gallery forest. Structured and non-structured interviews and the questionnaire were used in 59 adult dwellers of both sexes. Were identified the landscape units: backyards, husbandry and gallery forest and the total number of used species is the 180. The majority of the plants was collected during the interview and is kept in the

  5. Transformações no solo e concentração de mercúrio em uma sequência de latossolos de platô na bacia do Rio Negro (AM: dinâmica natural ou intervenção antrópica?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alisson Duarte Diniz

    2013-12-01

    Full Text Available Um dos problemas ambientais conhecidos na Amazônia é a alta concentração de mercúrio (Hg em algumas classes de solos, corpos hídricos e peixes. Estes problemas foram, por diversas vezes, atribuídos à mineração do ouro. No entanto, nas duas últimas décadas, quantidades elevadas de Hg também foram encontradas em regiões com mínima intervenção antrópica. Assim, o objetivo deste estudo foi associar o processo de concentração do Hg no solo a uma variação espacial da cobertura pedológica, em uma sequência de Latossolos de Platô que se transforma em direção a uma depressão com solos podzolizados. Objetivou-se, também, analisar a origem dessa concentração de Hg: se natural (pedogenética ou resultado de atividades humanas. Pesquisas de campo e laboratório forneceram dados morfológicos, químicos, físicos e mineralógicos dos sítios estudados. O Hg foi quantificado na fração total do solo (HgT e na fração inferior a 50μm, além de ser analisado por termodessorção. Os resultados demonstraram que à medida que os Latossolos empobrecem em elementos finos, o mercúrio concentra-se, gradualmente e predominantemente, nas frações inferiores a 50μm. Os dados de termodessorção eliminaram a possibilidade de contaminação mercúrica por garimpagem. Assim, o uso e o manejo incorreto desses solos poderão causar riscos à saúde das populações ribeirinhas amazônicas. Resumé TRANSFORMATIONS DU SOL ET CONCENTRATION DE MERCURE DANS UNE SÉQUENCE DE LATOSOL DE PLATEAU DANS LE BASSIN DU RIO NEGRO (AM: DYNAMIQUE NATURELLE OU INTERVENTION ANTHROPIQUE? L’un des problèmes environnementaux le plus connus dans la région amazonienne est la forte concentration de mercure (Hg dans certaines classes de sols, cours d’eau et poissons. Ces problèmes ont, plusieurs fois, été associés à l’extraction de l’or. Cependant, au cours des deux dernières décennies, des quantités élevées de Hg ont également été trouv

  6. DESLIZAMENTOS E FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL NA REGIÃO SERRANA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Coutinho Lima

    2017-01-01

    Full Text Available Forest fragmentation is a process in which continuous natural vegetation areas are divided into patches of different sizes, originated by human activities or natural causes associated with environmental changes and high magnitude events. This work aims to characterize and to analyze the dynamics of forest fragmentation and the vulnerability of disturbance patches resulting from landslides, originated by heavy rainfall events that occurred in the mountain ranges of Rio de Janeiro state in the year 2011. The fragmentation pattern before and after the events was evaluated by the use of landscape metric indexes, extracted from land cover and landslide scars maps made by the analysis of satellite images. The indexes show a 6% reduction of the forest area and an increase of 107% in the number of forest patches, especially of small ones. A loss of 17% of forest core area and an increase of 43% in the number of forest cores and of 28% of edge density has occurred. The distance from the nearest neighbor decreased 46% due to the narrow and elongated shape of landslide scars. The overall results show that the rainfall events have caused an intensification of the historical process of forest fragmentation, promoting an increase of the ecological vulnerability and instability of the forest remnants, highlighting how high magnitude natural events can cause rapid landscape changes.

  7. Estoque de carbono na biomassa radicular e no solo em ecossistema florestal em processo de recuperação

    OpenAIRE

    Nogueira, Mariana de Oliveira Gonçalves

    2013-01-01

    O estudo da distribuição e do estoque de carbono em sistemas é importante por indicar a qualidade ambiental de ecossistemas. Além disso, existe recente demanda por pesquisas em ciclagem e alocação de carbono em ecossistemas florestais. Buscou-se avaliar a distribuição do carbono estocado em fragmentos florestais no entorno da UHE de Camargos, MG. Foram avaliados dois fragmentos florestais, sendo um considerado conservado, onde não houve supressão da vegetação e outro em processo de restauraçã...

  8. Precipitação efetiva e interceptação da chuva em um fragmento florestal com diferentes estágios de regeneração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Simões Lorenzon

    2013-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a precipitação efetiva e a interceptação da chuva em um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual em estágio inicial e avançado de regeneração no Município de Viçosa, Minas Gerais, no período de agosto de 2009 a fevereiro de 2011. Foram demarcadas seis parcelas, três na área de regeneração inicial e três na área de regeneração avançada. Para quantificar a precipitação interna e o escoamento pelo tronco, foram instalados 25 pluviômetros em cada parcela e coletores nas árvores com circunferência 15 cm. Além disso, um pluviômetro foi instalado em local aberto para quantificar a precipitação em aberto, que no período estudado foi igual a 1.509,96 mm. Em média, 85,08 e 74,93% da precipitação em aberto, respectivamente, no estágio inicial e avançado de regeneração, chegam ao solo via precipitação efetiva. A interceptação pelo dossel florestal foi maior na área avançada do que na área inicial de regeneração, correspondendo, respectivamente, a 25,07 e 14,92% da precipitação em aberto, o que sugere que áreas mais densamente povoadas interceptam maior quantidade de chuva e, consequentemente, geram menor precipitação efetiva.

  9. Estado da Arte na Quantificação de Biomassa em Raízes de Formações Florestais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Carlos Ratuchne

    Full Text Available RESUMO O objetivo do presente trabalho é apresentar uma visão geral sobre o estado da arte na obtenção de estimativas de biomassa e de carbono nas raízes de formações florestais. Inicialmente, realizou-se uma abordagem sobre a biomassa florestal, o ciclo do carbono na atmosfera e o papel das florestas nesse contexto. Sobre biomassa e carbono florestal, foram apresentadas definições, as metodologias citadas na literatura para a determinação e estimativa da biomassa florestal subterrânea, sendo realizado um apanhado geral dos métodos diretos e indiretos para sua quantificação. Na sequência, fez-se uma abordagem sobre as variáveis e os modelos utilizados nos ajustes de equações para estimativa de biomassa de raízes em formações florestais, como também foram relacionados alguns dos modelos mais utilizados e equações propostas na literatura.

  10. Ottoman forestry: socio-economic aspect and its influence today Otomano florestal: aspecto socioeconômico e sua influência hoje

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sezgin Özden

    2012-03-01

    para a proteção das florestas. Assim, na primeira parte deste estudo, serão dadas informações gerais sobre o Sistema de Terras e Florestas e Organização Otomano. Na segunda seção, serão tratados movimentos da ocidentalização do século 19, bem como alterações socioculturais e econômicas. A terceira seção irá incluir regulamentos significativos na silvicultura, manejo florestal e administração no Império Otomano, bem como a influência da silvicultura Otomano na atual estrutura socioeconômica. Na seção final, no âmbito da discussão do título e conclusão, a silvicultura Otomano será analisada em relação as suas consequências em termos de economia, política e direito.

  11. The concentrations of heavy metals and the incidence of micronucleated erythrocytes and liver EROD activity in two edible-fish from the Paraíba do Sul river basin in Brazil | Concentração de metais pesados e incidência de eritrócitos micronucleados e atividade de EROD hepática em duas espécies de peixes comestíveis na bacia do Rio Paraíba do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Estevam Martins Parente

    2015-02-01

    Full Text Available The Paraíba do Sul river (PSR basin crosses one of the most populated and industrialized regions of Brazil and receives effluent from the metallurgic, paper mill and agricultural industries. PSR water has multiple uses, including being a supply of potable water and riverine populations which consume some species of its fish. In the present study, we investigated the responses of two biomarkers of aquatic pollution, EROD activity in the liver and micronuclei frequency in peripheral blood, as well as the concentrations of seven heavy metals in the muscle tissue of two species of fish native to the PSR: Geophagus brasiliensis and Hypostomus sp. Sampling was performed in both the wet and dry seasons of 2003, with a total of 339 fish collected from 16 sites along the PSR basin. Fish collected at Levy Gasparian, Barra Mansa and Três Rios both had higher EROD activity and micronuclei frequency. The results also suggested a moderate induction of EROD activity in fish collected from S.L. Paraitinga and Sapucaia. Micronuclei frequency was elevated in fish from S.J. Campos, Além Paraíba, Campos and S.J. Barra. In all cases, heavy metal concentrations did not exceed the maximum considered safe for fish meat consumption. -------------------------------------------------------------------------------------------- A bacia do rio Paraíba do Sul (PSR atravessa uma das regiões mais povoadas e industrializadas do Brasil, recebendo efluentes de indústrias metalúrgicas, de papel e celulose e agrícolas. Os usos das águas do PSR são múltiplos, incluem o fornecimento de água potável, e as populações ribeirinhas consomem algumas de suas espécies de peixes. No presente trabalho foram investigadas as respostas de dois biomarcadores à poluição, a atividade hepática de EROD e a freqüência de micronúcleo em sangue periférico, e medidos os níveis de sete metais pesados no músculo de duas espécies de peixes nativas do PSR, Geophagus brasiliensis and

  12. Efeitos da fragmentação florestal sobre as comunidades de aves - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2030 Effects of forest fragmentation on bird communities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz dos Anjos

    2003-04-01

    Full Text Available Este trabalho discute os efeitos da fragmentação florestal sobre as comunidades de aves verificados em diversos estudos, e apresenta considerações para a conservação da avifauna. Os principais fatores ambientais determinantes da riqueza de aves em florestas e que são alterados no processo de fragmentação são a área florestal, o grau de isolamento, a diversidade de hábitats e o efeito de borda. Os diversos estudos diferiram em seus resultados em relação aos efeitos da fragmentação sobre a avifauna, mas alguns padrões são notáveis: 1. extinção seletiva de espécies nos fragmentos (há grupos mais susceptíveis ou mais resistentes ao processo, enquanto outros são até beneficiados; 2. densidade compensatória (aumento na densidade de algumas espécies em relação a sua densidade em florestas contínuas. Os resultados levam à conclusão de que para uma plena conservação da comunidade de aves florestais de uma região é necessária a conservação das grandes florestas, ao invés de diversos fragmentos pequenosEffects of forest fragmentation on bird communities and considerations for avifauna conservation are discussed here. Forest area, isolation, habitat diversity, and edge effect are the main environmental factors that determine bird richness in forests, and they undergo alterations during forest fragmentation. Several studies have shown different results regarding to fragmentation effects on the avifauna, and some of them are noticeable, such as: (1 selective extinction within the fragments, i. e., some groups are more susceptible than others to the process and some other groups are even benefited by fragmentation; (2 compensatory density, meaning that there is a density increase of some species in relation to their density in continuous forests. It has been enforced that it is necessary to preserve large extensions of forests instead of preserving several small fragments

  13. Atividades de lactato desidrogenase e malato desidrogenase de Astyanax bimaculatus (lambari da bacia hidrográfica do rio Una como biomarcadoras de impacto ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Ribeiro

    2015-11-01

    Full Text Available Os peixes vivem todo o ciclo de vida na água e recebem a influência dos seus componentes físico-químicos e biológicos ao longo do tempo. As atividades de lactato desidrogenase (LDH e malato desidrogenase (MDH de organismos aquáticos podem ser alteradas devido à presença de poluentes na água. O objetivo deste estudo foi determinar se as atividades de LDH e MDH nas brânquias e no fígado de Astyanax bimaculatus (lambari do rabo amarelo podem ser utilizadas como biomarcadoras do impacto ambiental na bacia hidrográfica do rio Una (SP. Para isso, esses lambaris foram coletados em três corpos d’água dessa bacia, denominados p1 (rio Itaim, p2 (córrego à beira da Estrada Municipal de Remédios e p3 (lago na Estrada Municipal Dr. José Luiz Cembranelli. As brânquias e o fígado foram homogeneizados e, a seguir, esse material foi centrifugado e o sobrenadante foi utilizado para determinação das atividades de LDH e MDH, através do método espectrofotométrico que determina a taxa de oxidação de NADH. As atividades de LDH e MDH no fígado e de MDH branquial não foram estatisticamente diferentes nos lambaris coletados nos três locais. No tecido branquial a atividade de LDH foi inferior nos peixes de p3 em relação aos de p1. Essa inibição da atividade de LDH, bem como a qualidade inferior da água nesse ponto, sugerem a ocorrência de poluentes nessa água. Conclui-se que LDH branquial de lambari possui potencial para utilização como marcador bioquímico de impacto ambiental no rio Una.

  14. CARACTERIZAÇÃO FLORÍSTICA, FITOSSOCIOLÓGICA E REGENERAÇÃO NATURAL DO SUB-BOSQUE DA RESERVA GENÉTICA FLORESTAL TAMANDUÁ, DF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salomão João Marcelo de Rezende

    2004-04-01

    Full Text Available O presente trabalho, desenvolvido na Reserva Genética Florestal Tamanduá, DF, teve como objetivo efetuar o levantamento fitossociológico, composição florística e distribuição espacial dos indivíduos das espécies arbóreas ocorrentes no sub-bosque da Reserva, focalizando Cariniana estrellensis (Raddi O. Kuntze, Apuleia leiocarpa (Vogel J. F.Macbr., Copaifera langsdorffii Desf., Anadenanthera macrocarpa (Benth. Brenan, Virola sebifera Aubl., Hymenaea courbaril var. stilbocarpa (Hayne Lee & Lang., Aspidosperma discolor A. St. Hil., Astronium fraxinifolium Schott e Schefflera morototoni B. Maguire, Stey. & Frodin, consideradas prioritárias para conservação in situ. Foram utilizados cinco transectos com 10 m de largura cada, alocados eqüidistantes e de comprimento variável, demarcados perpendicularmente ao curso da drenagem principal. Foram encontrados 21.482 regenerantes ha-1 em 69 espécies vegetais, 53 gêneros e 39 famílias botânicas. Em número de espécies, as famílias que mais se destacaram entre os regenerantes foram, em ordem decrescente, Leguminosae, Rubiaceae, Sapindaceae e Meliaceae. Entre os jovens, as famílias com maiores valor de importância (VI foram pela ordem Meliaceae (32,78 %, Rubiceae (13,92 %, Burseraceae (13,76 %, Rutaceae (8,54 % e Hippocrateaceae (6,36, totalizando 75,36 % de valor de importância e 78,56 % de valor de cobertura. Todas as espécies objeto deste trabalho ocorreram entre os regenerantes, destacando-se Cariniana estrellensis, porém, apenas Copaifera lagsdorffii e Virola sebifera ocorreram entre os indivíduos jovens. O quociente de mistura de 1:3 indicou tratar-se de uma mata rica em espécies, comparativamente a outros tipos florestais. A distribuição espacial dos regenerantes das espécies em questão mostrou padrões diferenciados.

  15. MORPHOLOGICAL CHARACTERIZATION OF THE SANTA BÁRBARA RIVER WATERSHED, GOIÁS STATE, BRAZIL CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO SANTA BÁRBARA, GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Coutinho Oliveira

    2010-05-01

    ão dos recursos hídricos. Este estudo procurou obter as principais características físicas que descrevem a bacia hidrográfica do Ribeirão Santa Bárbara, sub-bacia do Rio Paranaíba, ao sul de Goiás, Brasil. Foi empregado um Sistema de Informações Geográficas (SIG sobre cartas digitalizadas, na escala 1:100.000, e imagens geradas por satélite, o que se mostrou adequado à obtenção das características fisiográficas e precipitações médias em bacias de dimensões reduzidas.

    PALAVRAS-CHAVE: Bacia hidrográfica; precipitação média; Sistema de Informações Geográficas.

  16. Soil loss risk and habitat quality in streams of a meso-scale river basin Risco de perda de solo e qualidade do habitat numa bacia hidrográfica de meso-escala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Marco da Silva

    2007-08-01

    Full Text Available Soil loss expectation and possible relationships among soil erosion, riparian vegetation and water quality were studied in the São José dos Dourados River basin, State of São Paulo, Brazil. Through Geographic Information System (GIS resources and technology, Soil Loss Expectation (SLE data obtained using the Universal Soil Loss Equation (USLE model were analyzed. For the whole catchment area and for the 30 m buffer strips of the streams of 22 randomly selected catchments, the predominant land use and habitat quality were studied. Owing mainly to the high soil erodibility, the river basin is highly susceptible to erosive processes. Habitat quality analyses revealed that the superficial water from the catchments is not chemically impacted but suffers physical damage. A high chemical purity is observed since there are no urban areas along the catchments. The water is physically poor because of high rates of sediment delivery and the almost nonexistence of riparian vegetation.Expectativa de perda de solo e possíveis relações entre erosão, vegetação ripária e qualidade da água foram estudados na bacia do rio São José dos Dourados (SP. Através de recursos de geoprocessamento e da Equação Universal de Perda de Solos, os dados sobre expectativa de perda de solo foram levantados. Para a área de drenagem total e a faixa tampão dos corpos d'água de 22 sub-bacias aleatoriamente selecionadas, analisou-se a cobertura do solo predominante e qualidade do habitat. Devido principalmente à alta erodibilidade do solo, a área estudada é altamente suscetível ao processo erosivo. As análises de qualidade da água revelaram que as águas superficiais das sub-bacias estão quimicamente não impactadas, mas fisicamente degradadas. A alta pureza química deve-se, possivelmente, à ausência de áreas urbanizadas ao longo das sub-bacias e as alterações nas características físicas são, possivelmente, decorrentes das altas taxas de transfer

  17. Estrutura e composição da comunidade de Trichoptera (Insecta) de rios e áreas alagadas da bacia do rio Suiá-Miçú, Mato Grosso, Brasil

    OpenAIRE

    Denis Silva Nogueira; Helena Soares Ramos Cabette; Leandro Juen

    2011-01-01

    A composição, abundância e riqueza de Trichoptera imaturos foram estudadas em 12 tributários da bacia do rio Suiá-Miçú, afluente do rio Xingu, um mosaico de áreas alagadas, córregos e rios na área de transição Cerrado - Floresta Amazônica na região leste de Mato Grosso, Brasil. Larvas de insetos aquáticos foram amostradas em transectos nas margens de tributários lênticos e lóticos com tamanho e níveis de conservação variáveis, em três períodos entre 2007 e 2008. Foram coligidas 867 larvas (se...

  18. ANÁLISE E MAPEAMENTO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA DO ALTO DO DESCOBERTO, DF/GO, POR MEIO DE CLASSIFICAÇÃO AUTOMÁTICA BASEADA EM REGRAS E LÓGICA NEBULOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Faria Nunes

    2015-02-01

    Full Text Available A Bacia do Alto do Descoberto é importante fonte de água para o Distrito Federal. Essa bacia tem apresentado ao longo dos anos expansão agrícola e urbana em detrimento das áreas de vegetação natural. A ocupação inadequada, assim como a falta de planejamento do uso e ocupação do solo, pode levar a alterações do escoamento superficial e, consequentemente, do ciclo hidrológico, a feições erosivas, à contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos e ao desequilíbrio do ecossistema da região. Portanto, o monitoramento e a análise do uso e ocupação do solo são imprescindíveis na prevenção desses impactos e na manutenção dos mananciais. Dessa forma, este estudo tem como objetivo o mapeamento e a análise comparativa do uso e ocupação do solo da Bacia do Alto do Descoberto entre os anos 1994 e 2011. As classificações de uso e ocupação do solo foram elaboradas utilizando um classificador orientado ao objeto baseado em regras e lógica nebulosa, permitindo uma análise dos avanços do uso do solo e a perda da cobertura vegetal da bacia. O sistema de classificação utilizado foi considerado bem-sucedido, com índice de exatidão temática (Kappa de 0,64. Apesar de ainda haver algumas confusões temáticas no processo de classificação, as análises comparativas entre as classes temáticas dos mapas dos referidos anos evidenciaram a forte expansão agrícola da região em aproximadamente 11% da área da bacia, bem como uma perda de vegetação natural.

  19. Caracterização geomorfométrica e do uso do solo da Bacia Hidrográfica do Alto Meia Ponte, Goiás Geomorphometric characterization and land use of the Upper Meia Ponte Watershed, Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pérola M. Calil

    2012-04-01

    Full Text Available A caracterização geomorfométrica da utilização dos solos predominantes de uma bacia hidrográfica é importante para o entendimento da dinâmica dos processos que envolvem o balaço hidrológico e o transporte de sedimentos. Objetivou-se, com este trabalho, a caracterização dos atributos morfométricos da Bacia Hidrográfica do Alto Meia Ponte, procurando associá-los com as classes de solos predominantes na área da bacia com a sua utilização e como analisar a semelhança geométrica entre as sub-bacias que a compõem. Em todas as etapas do trabalho se utilizaram de programas de SIG, carta topográfica do IBGE e imagens do satélite Landsat TM5 e de levantamentos de campo. Obtidos os resultados verificou-se que a Sub-Bacia Sb2, com predominância de Argissolos e Cambissolos, apresentou um padrão de drenagem mais ramificado porém, devido ao seu formato e à posição na paisagem, ela está mais propensa aos picos de cheia em resposta a chuvas de grandes intensidades e, portanto, mais vulnerável aos processos de erosão e transporte de sedimentos.The geomorphometric characterization and the land use of a watershed is important to understand the dynamics of the processes involving the hydrologic balance and sediment transport. In this context, the aim of this study was to characterize the morphometric attributes of the Upper Meia Ponte river watershed, trying to associate them with the predominant soil types and land use, and analyze the geometric similarity among the sub-basins that comprise it. At all stages of the study GIS programs was used, the IBGE topographic maps and Landsat TM5 satellite images and field surveys. The results showed that the sub-basin Sb2, predominantly Ultisols and Inceptisol, has a more branched drainage pattern and due to its shape and position in the landscape, is more prone to spikes in full in response to large rainfall intensities and is, therefore, more vulnerable to erosion and sediment transport.

  20. Planejamento da etapa de aquisição da cadeia de suprimentos da indústria florestal : aplicação em indústria canadense

    OpenAIRE

    Sfeir, Tamires de Almeida

    2016-01-01

    Orientador : Prof. José Eduardo Pécora Junior PhD Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Defesa: Curitiba, 25/02/2016 Inclui referências : f. 84-92 Área de concentração: Pesquisa operacional Resumo: A indústria florestal possui importante papel em diversos países. No Brasil o setor florestal foi responsável por aproximadamente $10 bilhões do total das exportações nacionais e no Canadá por ...

  1. Avaliação socioambiental da bacia hidrográfica do rio Pequeno, São José dos Pinhais (PR / Socio-environmental evaluation of the Pequeno River hydrographic basin, São José dos Pinhais (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariodari Francisco dos Santos

    2009-08-01

    Full Text Available ResumoExiste atualmente uma preocupação com o processo crescente de ocupação humana desordenada na bacia hidrográfica do rio Pequeno e a sua consequente degradação ambiental. Isso vem sendo demonstrado através de alertas e denúncias feitas por diversos segmentos da sociedade, as quais estão, frequentemente, sendo veiculadas pela mídia local e regional. Essa bacia merece atenção especial na medida em que o rio Pequeno desempenha um papel importante na disponibilização de água superficial para São José dos Pinhais na Região Metropolitana de Curitiba (PR. Diante desse cenário, faz-se mister investigar as atuais condições ambientais da bacia hidrográfica do rio Pequeno, visando avaliar qualitativamente as implicações ambientais decorrentes das diversas práticas agrícolas desenvolvidas pela agricultura familiar, pelo uso e ocupação do solo na bacia em tela. Na presente pesquisa, buscou-se evidenciar a problemática à luz de uma abordagem teórica que contemple o inter-relacionamento das variáveis ambientais, procurando caracterizar os relacionamentos entre os elementos naturais do meio e a dinâmica de uso e ocupação do solo atual. Constatou-se que esta é uma área ambientalmente frágil e, diante dos diversos usos e ocupação dos solos identificados, essa bacia vem passando por um processo de degradação ambiental acentuada, o que promove a deteorização da qualidade de suas águas, tornando assim, iminente o risco da sua perda como abastecimento público, pois a atividade agrícola na bacia, com o manejo intensivo dos solos, o uso de agroquímicos e a urbanização, geram impactos ambientais, tanto em termos de processos erosivos quanto em riscos de contaminação dos recursos hídricos.AbstractThere is, nowadays, a concern regarding the environmental consequences of the growing process of unordered human settlements at Pequeno River hydrographical basin, in São José dos Pinhais (Parana State, South Brazil

  2. Aplicação de modelos digitais do terreno (MDT em análises macrogeomorfológicas: o caso da bacia hidrográfica do Araguaia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Morato de Carvalho

    2004-12-01

    Full Text Available O trabalho consiste na aplicação e teste de técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para estudo geomorfológico de macroescala em sistemas fluviais de grande porte. A área de estudo é a bacia do Rio Araguaia, 2 com uma área de drenagem que se estende por 375000 km ao longo do Brasil Central. Foi gerado um modelo digital do terreno (MDT através do sensor Interferometric Synthetic Aperture Radar (IFSAR, obtido da Shuttle Radar Topography Mission (SRTM. O objetivo foi identificar o potencial desta ferramenta para estudos geomorfológicos. Os principais produtos obtidos foram imagem sombreada, mapa hipsométrico, identificação de lineamentos estruturais, mapa de declividade e rede de drenagem, assim como perfis topográficos e o perfil longitudinal do rio Araguaia. Os resultados mostraram que em geral, os modelos tridimensionais do terreno - MDT - são ferramentas bastante eficientes para análises macrogeomorfológicas em grandes bacias hidrográficas. Entretanto, a baixa resolução vertical, produz alguns resultados de declividade relativamente pobres em áreas planas.

  3. Eventos extremos e risco de inundação: uma análise do comportamento evolutivo dos Distúrbios Ondulatórios de Leste em junho de 2010 sobre a bacia do rio Una - Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keyla Manuela Alencar da Silva Alves

    2013-12-01

    Full Text Available Os Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOL’s são perturbações dos ventos alísios que, no Nordeste do Brasil, geralmente se associam a eventos extremos de precipitação. Este trabalho analisa o comportamento evolutivo de um DOL que atingiu o Estado de Pernambuco em junho de 2010, provocando inundações e grandes prejuízos humanos e econômicos. O recorte escolhido para análise foi a bacia hidrográfica do rio Una, que teve 11 municípios afetados. A análise do evento baseou-se na interpretação de imagens GOES-12 realçadas e TRMM. Constatou-se que a análise de imagens GOES-12 isoladas não produz uma resposta eficaz, no entanto, quando associada a mais informações, chega a uma resposta concisa e de extrema importância para os estudos relacionados a eventos climáticos. Para avaliação da vulnerabilidade à inundação das diversas sedes municipais da bacia do Una, utilizou-se um estimador de densidade Kernel baseado nos valores de magnitude da rede de drenagem. Os resultados indicaram que mesmo áreas naturalmente menos vulneráveis podem ser seriamente afetadas em função do montante precipitado.

  4. ANÁLISE DAS PRECIPITAÇÕES MENSAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BRIGIDA NO SEMI-ÁRIDO PERNAMBUCANO, USANDO O MÉTODO DE WARDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alegnoberto Leite Fechine

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi o de determinar regiões pluviometricamente homogêneas no âmbito da bacia hidrográfica do rio Brígida, utilizando dados de precipitação mensal de seis estações meteorológicas, com séries amostrais de 29 anos, 1964 a 2006. Os critérios de seleção dos postos foram: que as séries não tivessem falhas e que os anos fossem concomitantes. Com esses critérios foram selecionados os municípios de Parnamirim, Moreilândia, Trindade, Ipubi, Exu, Ouricuri, Araripina, Serrita e Bodocó, localizados na bacia do rio Brígida, semi-árido do estado de Pernambuco. Utilizou-se no estudo o método hierárquico aglomerativo de Ward, tendo como medida de dissimilaridade a distância euclidiana. Os municípios de Moreilândia, Serrita, Parnamirim, Araripina e Bodocó se agruparam e assim possuem quantitativos de índices pluviométricos similares. Esta comprovação mostrou-se necessária para garantir a aderência das análises, onde se objetivou identificar perfis de relacionamento de precipitação entre os municípios analisados.

  5. GEOPROCESSAMENTO APLICADO AO ESTUDO DE VULNERABILIDADE DO SOLO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO GUARIBAS EM UBERLÂNDIA-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erich Vectore Pavanin

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO: Este trabalho apresenta um estudo acerca da aplicação de técnicas de geoprocessamento na definição e caracterização dos graus de vulnerabilidade geotécnica do solo na Bacia Hidrográfica do Córrego Guariba em Uberlândia – MG. Observou-se, na área de estudo, ser necessário o estabelecimento de ferramentas de planejamento e gestão territorial que possibilitassem analisar e verificar o impacto da ocupação antrópica nas margens de córregos urbanos frente à ocorrência de processos erosivos. Desta maneira, o uso de geotecnologias, como o Sensoriamento Remoto, inseriu-se neste tipo de trabalho como sendo um mecanismo indispensável ao planejamento urbano, dado possibilitar, mediante a utilização de imagens de satélite e ferramentas de processamento digital, o mapeamento e caracterização geotécnica das bacias hidrográficas localizadas no Brasil. Nesta perspectiva, foram utilizadas neste trabalho imagens de softwares livres do ano de 2013, bem como as ferramentas de processamento digital de imagens SPRINGS e AUTOCAD, com o intuito de identificar as classes de uso e ocupação do solo da área de estudo, a declividade da região, os tipos de materiais inconsolidados (solo e a profundidade do nível d’água local. A partir do estabelecimento destes quatro planos de informação, utilizou-se o método de Análise de Multicritérios, denominado também AHP (Analystic Hierarchy Process, para correlacionar os dados obtidos e elaborar o mapa de vulnerabilidade do solo. Assim, este trabalho contribui para promover o diagnóstico da vulnerabilidade do solo à erosão na Bacia Hidrográfica do Córrego Guaribas em Uberlândia-MG e para a utilização deste dado como ferramenta de suporte no planejamento urbano sustentável. ABSTRACT: This paper presents a study on the application of GIS techniques to define and characterize the degree of geotechnical soil vulnerability in Guaribas Stream Water Basin in Uberlândia - MG. It was

  6. Florística na Reserva Particular do Patrimônio Natural Complexo Serra da Farofa, estrutura e efeitos ambientais da antropização na comunidade arbustivo-arbórea, Santa Catarina, Brasil

    OpenAIRE

    Floriani, Mireli Moura Pitz

    2015-01-01

    A Floresta Ombrófila Mista (FOM) pertence ao Bioma Mata Atlântica e trata-se de uma formação florestal rica em espécies vegetais endêmicas, ocorrente preferencialmente na região Sul do Brasil. O trabalho teve como objetivo conhecer a composição florística, a estrutura e os efeitos ambientais da antropização na comunidade arbustivo-arbórea na Reserva Particular do Patrimônio Natural Estadual Complexo Serra da Farofa (Bloco VI) no município de Rio Rufino, Santa Catarina. O ...

  7. ZONEAMENTO AMBIENTAL COMO SUBSÍDIO PARA O ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SALOBRA, SERRA DA BODOQUENA – MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Cândido André da Silva Neto

    2014-06-01

    Full Text Available A proposta do zoneamento ambiental corresponde a um instrumento que se opõe ao ideal do modelo desenvolvimentista, caracterizado por intensa atuação das políticas governamentais centralizadas e progressistas que não reconhecem as diferenciações e vulnerabilidades observadas em cada paisagem. Nessa perspectiva, o presente artigo tem o objetivo de discutir uma proposta de zoneamento ambiental na bacia hidrográfica do rio Salobra, a qual baseou-se na metodologia de Crepani et al. (2008, para avaliar a vulnerabilidade da paisagem, e da proposta metodológica de Becker e Egler (1996, para elaboração do zoneamento ambiental, tendo como base os aspectos físico-naturais da paisagem, com a finalidade de apontar as possíveis rupturas desencadeadas pelo uso inadequado da terra. Foram processadas Imagens de Satélites, dados de modelos numéricos de terreno, vetoriais e matriciais utilizando Sistema de Informação Geográfica (SIG. O SIG possibilitou a implementação da análise espacial, cujo suporte à decisão permitiu a combinação e correlação de diferentes planos de informações, resultando em modelos e cenários da relação das variáveis analisadas. A partir do zoneamento ambiental verificou-se que maior parte da área da bacia hidrográfica do rio Salobra apresentou limitantes físico-ambientais que restringem ou impossibilitam alguns tipos de uso da terra, como as áreas de Conservação com 37%, Preservação Prioritária 40% e Preservação/Recuperação 2%. Conclui-se que o zoneamento ambiental possibilitou identificação de áreas que se adequam a cada lugar segundo suas condições específicas, auxiliando a implementação de políticas de planejamento e gestão do uso da terra na área de estudo.

  8. Comparação entre a Feição de Hidrografia Extraída de uma Imagem do Srtm (Shuttle Radar Topography Mission e a Vetorizada pelo Módulo Arcscan/ Arcgis®: : Estudo de Caso para Fins de Análise Hidrológica na Bacia Hidrográfica do Rio Grande, Divisa entre os Estados de MG e SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sady Júnior M. C. de Menezes

    2011-08-01

    Full Text Available O SRTM - Shutle Radar Topography Mission – é uma missão o qual gerou-se uma base topográfica digital de alta resolução. A SRTM consiste num sistema de radar especialmente modificado que voou a bordo do Endea-vour (ônibus espacial, em fevereiro de 2000. As imagens obtidas pelo SRTM garantiu amplas aplicações em estudos espaciais, uma vez que os processos de comunicação visual para a produção de cartografia de base e mapas de precisão da análise espacial foram utilizados. O presente estudo foi baseado em duas etapas de processamento de dados: inicialmente, incidiu sobre a manipulação de bases vetorizadas (dados de hidrografia obtidos pelo IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e, em seguida, gerou-se informações vetorizadas a partir de imagens SRTM. A área de estudo é a Bacia do Rio Grande, MG/SP. Usando o programa de Sistemas de Informação Geográfica - ArcGIS 9.3.1 - foi obtido pelo módulo Spatial Analyst a hidrografia que foi extraída do SRTM. Após essa extração, foram comparadas as informações obtidas com o IBGE (vetor da base de dados utilizando o módulo Arcscan/ArcGIS e as informações obtidas pelo SRTM. Verificou-se uma ligeira diferença entre a distribuição e a concentração dos prováveis canais de drenagem entre os mapas dos vetores gerados (IBGE x SRTM. O trabalho demonstrou o uso dos dados do SRTM possibilitando a atualização de dados da rede hidrográfica de extensas áreas de modo bastante facilitado, com a vantagem de ser organizado pela mesma equipe e pelo mesmo processo metodológico, sem riscos de desigualdades durante sua geração.

  9. NA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO, EM MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Rezende Gomide

    2006-01-01

    Full Text Available The objectives of this study were: to compare and to apply indices that quantify diversity, equability and similarity in the studied area; to identify possible diversity gradients, and to apply multivariate analysis to create dendrograms of similarity. The studied area was composed of 20 native forest fragments sited in riparian permanent preservation areas along the basin of São Francisco River, in Minas Gerais. The diversity presented a large variation according to all indices: Shannon: 2,176 to 4,389; Simpson: 0,019 to 0,206; Mixture quotient: 0,029 to 0,166, Equability 0,625 to 0,875. The floristic similarity among fragments using the Jaccard and Simpson quotients formed 5 and 4 floristic groups, respectively, with a cut level of 25%.

  10. FRAGILIDADE AMBIENTAL NA BACIA DO CÓRREGO ÁGUA BRANCA, OESTE MARANHENSE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raifran Abidimar de Castro

    2017-03-01

    The studies on the effects of economic activities on the environment have contributed to identify activities degradetions. However there are few studies that use of catchment basins as area of analysis of the environmental fragility, particularly in relation to the Amazon. With this, the objective of this paper is to present data on the areas of greatest and least environmental fragility of the basin of the Água Branca, west of Maranhão, Brazil. To do this if you have used the empirical analysis based on data from geology, pedology, geomorphology, and uses and soil cover, aiming to identify the areas of greatest environmental fragility. With the analysis of the data, it was found that there is a need for new forms of management, and their respective procedures for use and occupation of the basin are conducted, aiming at the reduction of fragility strong emerging which represents 42.2% of the area of the basin. Keywords: Environmental Degradation; Watershed; Use and Soil Cover. LA FRAGILIDAD DEL MEDIO AMBIENTE EN LA CUENCA DEL ARROYO DE AGUA BLANCA, AL OESTE DE MARANHÃO RESUMEN Los estudios sobre los efectos de la actividad económica sobre el medio ambiente han contribuido a identificar actividades degradantes. Sin embargo, existen pocos estudios que utilizan de las cuencas hidrográficas como ámbito de análisis de la fragilidad ambiental, particularmente en relación a la Amazonía. Con esto, el objetivo de este trabajo es presentar los datos sobre las áreas de mayor y menor fragilidad ambiental de la cuenca del Água Branca, oeste maranhense. Para ello si ha utilizado el análisis empírico basado en datos de la geología, la edafología, la geomorfología, y uso y cobertura del suelo, con el objetivo de identificar las áreas de mayor fragilidad ambiental. Con el análisis de los datos se comprobó que existe una necesidad de nuevas formas de gestión, y sus respectivos procedimientos para el uso y la ocupación de la cuenca se lleven a cabo, encaminadas a la reducción de la fragilidad emergente sólida que representa el 42,2% del área de la cuenca. Palabras clave: La Degradación Ambiental; Cuenca Hidrografica; Uso y Cobertura del Suelo.

  11. Produced water reinjection in Campos Basin; Reinjecao de agua produzida na Bacia de Campos

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Mendes, Roberta A.; Furtado, Claudio J.A.; Luz Junior, Euripedes B. [PETROBRAS S.A., Rio de Janeiro, RJ (Brazil)

    2008-07-01

    To manage the increasing volume of produced water became one of the main challenges in the petroleum industry. PWRI (produced water re-injection) leads to a decrease operational cost in platforms, an increase in liquid flow rates on the topside facilities and a decrease in surface disposal of water. Nowadays in Brazilian fields for every barrel of produced oil three barrels of water need to be handled. PWRI is a process that has been widely diffused in many fields in the world. The main advantages of the PWRI are to reduce collected water, to decrease or eliminate surface disposal of produced water, and to help oil recovery. On the other hand, PWRI tends to increase corrosion when inappropriate materials in tubing and pipelines are used; increase souring potential due to the amount of nutrients for bacteria in the produced water; increase scale formation when sea-water and produced water are mixed and increase formation damage. Even in reservoirs with good qualities in terms of permeability and porosity, the poor quality of the reinjection water decreases injectivity. To minimize injectivity loss some requirements are important: to avoid solids in the produced water system, to inject above fracture propagation pressure to maintain injectivity whenever possible, to use compatible the chemical products for oil-water separation to avoid the formation solids-oil agglomerates. (author)

  12. DIAGNÓSTICO DAS FLORESTAS PLANTADAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARDO - RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Antonio de Farias

    2017-01-01

    Full Text Available The present study aims to make a diagnosis of the forests planted in the basin of ‘Pardo’ river (Rio Pardo, in RS state, by contemplating the characterization of properties, of forestations, and of the availability and consumption of wood in the region. The area of reach of the study is in the central region of Rio Grande do Sul state, which main economy is the tobacco crop, enclosing 13 cities that compose the performance area of the Management Committee of Rio Pardo Hydrographic Basin. The data collect were conducted during year 2008. In order to determine the size of the sample, it was made a sampling with its probability proportional to the size, where the criterion of the sample unity distribution took in consideration the numbers of trees per city and, inside the cities, the number of trees per class of property size. The sampling method utilized on the forest inventory was by Prodan, in addition to interviews taken with the producers The region is characterized by small agricultural producers, and 61.4% of the firewood used in the cure of tobacco leaves is acquired from others, moreover, the majority of the forestation possess reduced spacing (2.26 m²/plant and low survival indices, in order of the 34.4% after 7 years of the plantation. The wooden current supply is of 2,781.069 m³, what guarantees a supplying for only 3.5 years. The collected data allow to evidence that the resources necessary to invest in the self-sufficiency of firewood for the crop tobacco, are of R$ 12,250,000,00, that could be placed annually, during seven years, equivalent the rotation in simple coppice, resulting in an area of 80 ha/year/city.

  13. INUNDAÇÕES NA SUB-BACIA DO RIO LUÍS ALVES/SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Vicenzi Franco

    2015-01-01

    Full Text Available Las inundaciones en cuencas hidrográficas pueden estar condicionadas por factores naturales y/o antropo- génicos. Puesto que los parámetros de morfometría son respuestas al régimen hidrológico y expresan las condiciones geológicas y geomorfológicas de la cuenca, la morfometría se presenta como una metodología de provecho en la investigación de la susceptibilidad a la evolución de inundaciones, en especial cuando los datos hidrológicos no están disponibles. Para desarrollar el estudio se utilizaron los datos cartográficos disponibles del Instituto Brasileiro de Geografía e Estatística (IBGE, escala 1:50,000 e imagen CBERS (2010. Tributario del río Itajaí-Açu, el río Luís Alves presenta magnitud 6 en la jerarquía de Strahler, drena un área de 582,00 km2 situado bajo un régimen de precipitación anual de 1800 mm. Los índices de morfometría que indican susceptibilidad a las inundaciones son el área de la cuenca, densidad de drenaje, densidad hidrográfica, relación de bifurcación, textura topográfica, la frecuencia de los canales de primer orden, la longitud media de los canales de primer orden y la jerarquía fluvial. Los parámetros índice de circularidad, coeficiente de compacidad, factor de forma e índice de forma – importantes en la determinación de la susceptibilidad a las inundaciones – indicaron tendencia mediana en relación a las inundaciones.

  14. TENDÊNCIAS HIDROLÓGICAS NO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO UBERABA, EM MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vítor de Oliveira Santos

    2016-06-01

    Full Text Available O aumento da demanda hídrica por parte das médias e grandes cidades brasileiras tem gerado preocupações no poder público quanto ao abastecimento urbano. Na contramão do aumento da demanda por água, os sistemas hídricos parecem não mais suprir as necessidades impostas pela sociedade, sobretudo nos períodos de estiagem. A bacia hidrográfica do rio Uberaba ilustra esse cenário pois vem sofrendo escassez hídrica desde o início dos anos 2000. Desde então percebe-se a realização de medidas urgentes como a transposição das águas do rio Claro para suprir a demanda hídrica da cidade de Uberaba, além da criação da Área de Proteção Ambiental – APA rio Uberaba. Este trabalho tem como objetivo central analisar estatisticamente, através de testes de tendência, séries históricas de vazão no âmbito do alto curso do rio Uberaba. Justifica-se a escolha do alto curso do referido rio como objeto de estudo o fato de o abastecimento público do município de Uberaba ser realizado dentro de seus limites. Como método utilizou-se os testes de regressão linear, Mann-Kendall, Mann-Kendall Sazonal, Curvatura de Sen e o teste de homogeneidade de Pettitt. Os resultados indicam paulatina redução das vazões de estiagem e ligeiro aumento das vazões máximas.

  15. PARTICIPAÇÃO INDÍGENA NO COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO ESTADO DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Smith Galvão

    2013-06-01

    Full Text Available A crise ambiental da água, com a perda de sua qualidade e má distribuição, é reflexo de uma crise social política e, sobretudo, ética vivida pela comunidade. Para superá-la a sociedade civil organizada e o Estado, através do planejamento participativo, têm criado e implementado políticas públicas de gestão democrática e descentralizada dos recursos hídricos, envolvendo diversos segmentos sociais. A participação indígena tem legalmente recebido papel de destaque neste processo, seja pelo conjunto de valores historicamente cultivados de valorização das águas, seja pelo significado simbólico que possuem os índios, como comunidades que cuidam e preservam a Natureza. Assim, o objetivo da pesquisa foi avaliar a participação indígena na gestão de recursos hídricos, no Estado da Bahia, no período de 2006 a 2009. Para tanto foi mensurado o nível de participação, bem como identificados os fatores que a dificultaram ou facilitaram. Foi utilizada a metodologia da observação participante, com o estudo de caso do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Itapicuru, com a análise da participação dos povos indígenas Kiriri e Kaimbé, através de uma abordagem sistêmica.

  16. Utilização de Sistema de Informação Geográfica como ferramenta para gestão do monitoramento da qualidade do ar na Região Metropolitana do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Monteiro Martins

    2014-01-01

    Full Text Available A preocupação com a gestão da qualidade do ar na cidade do Rio de Janeiro tem aumentado nos últimos anos devido aos grandes eventos que a cidade irá receber em um futuro próximo. A utilização de Sistema de Informação Geográfica como uma ferramenta para a gestão da qualidade do ar foi avaliada neste trabalho. Foi feita uma nova delimitação das bacias aéreas com a utilização de dados digitais que proporcionou o surgimento de três novas bacias aéreas e a alteração da configuração espacial das bacias aéreas existentes

  17. Aspectos de relevância econômica no fomento florestal a partir da percepção dos produtores rurais envolvidos Aspects of economic relevance in the forest promotion from the perception of the involved farmers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Rogério Soares de Oliveira

    2006-08-01

    Full Text Available Neste trabalho são analisados dados de relevância econômica referentes ao diagnóstico realizado com produtores rurais participantes do principal programa de fomento florestal no Estado do Espírito Santo. Na coleta de dados, utilizaram-se de entrevistas em profundidade e aplicação de questionários, antecedidos por pré-teste. Os dados foram tabulados e processados no Excel e Statistical Package for the Social Sciences (SPSS. A amostragem foi aleatória estratificada, sendo os critérios: a situação do contrato de fomento (finalizado e não-renovado, em andamento e finalizado e renovado; e b tamanho do estrato fundiário por município. Foram aplicados questionários a 235 produtores rurais, em 16 municípios de sete microrregiões capixabas, com uma intensidade amostral de 20,7%. O fomento florestal mostrou ser importante na composição da renda familiar dos produtores entrevistados, e os rendimentos do fomento podem ir além do término do vínculo contratual. O programa tem contribuído para o desenvolvimento de outras atividades na propriedade, em razão dos investimentos feitos a partir das receitas advindas do fomento e da importância dada pelos produtores rurais à silvicultura, pois 40,9%, 37,8% e 57,2% dos produtores nos três diferentes estratos informaram que a silvicultura com eucalipto é a atividade principal ou secundária na propriedade. Parte dos produtores, após finalizar o contrato, não abandona a atividade de silvicultura, o que, associado a outros fatores, vem fortalecendo o mercado produtor de madeira.In this work, economic relevant data referring to a diagnosis carried out with farmers involved in a forest promotion program in Espirito Santo State were analyzed. In-depth interviews and questionnaires preceded by a pre-test were used for data collection. The Stratified Random Sampling method was used with the following criteria: a current status of promotion contract (finished and not renewed; in progress and

  18. Relação entre padrões de uso e ocupação do solo e qualidade da água em uma bacia hidrográfica urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    Full Text Available RESUMO O uso e a ocupação do solo alteram sensivelmente os processos físico-químicos e biológicos dos sistemas naturais. Dessa forma, os mananciais de superfície são integradores dos fenômenos ocorrentes sobre a área da bacia hidrográfica. Assim, os objetivos do trabalho foram explorar a variabilidade temporal e espacial da qualidade da água e avaliar as possíveis relações entre os padrões de uso e ocupação do solo da bacia hidrográfica do Ribeirão Vermelho. Foram coletadas amostras de água em dois períodos (verão e inverno e em 15 seções ao longo do curso d'água. Verificou-se forte influência temporal e espacial na qualidade das águas, e foram apresentadas no período de inverno as maiores concentrações de nutrientes (Cl-, P, NO3 -, condutividade elétrica e matéria orgânica. Esses valores interferem nos valores do Índice de Qualidade da Água, que varia entre 84 e 9 no período do verão e 66 e 6 no inverno. Quanto à trofia dos mananciais, foram encontrados valores médios de Índice de Estado Trófico de 30 no período chuvoso e de 93 no inverno. No tocante aos padrões de uso do solo, observaram-se fortes relações na qualidade da água nos dois períodos avaliados; a principal fonte de contaminação são as áreas urbanas. O Ribeirão Vermelho e seus afluentes apresentam forte influência das formas de uso e ocupação do solo confirmada pela entrada de matéria orgânica e de nutrientes nos sistemas hídricos por meio do lançamento de esgoto doméstico sem tratamento e pela agropecuária na rede de drenagem da bacia.

  19. INFLUÊNCIA NEOTECTÔNICA NO ESTABELECIMENTO DOS VALES DOS RIOS PARAÍBA E MAMANGUAPE, NORTE DA BACIA PARAÍBA (PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Correa Alves

    2016-09-01

    Full Text Available Evidências geológicas e geomorfológicas de atividade neotectônica têm sido crescentes em diversas áreas do nordeste brasileiro, apesar dessa região ser considerada como tectonicamente estável dada sua localização na margem passiva da placa Sulamericana. Grande parte desse registro neotectônico ocorre na Bacia Paraíba, caracterizada por altos e baixos topográficos e por sistemas de drenagem com feições anômalas. Publicações prévias propuseram que cursos fluviais terminais desta bacia, como é o caso dos rios Paraíba e Mamanguape, estão confinados a grabens. Porém, faltam dados geológicos e geomorfológicos que comprovem essa interpretação. Este trabalho reúne informações estratigráficas de subsuperfície com dados morfoestruturais que permitem sustentar a hipótese de controle neotectônico no desenvolvimento dos cursos terminais dos rios Paraíba e Mamanguape. Para isso, a análise morfoestrutural derivada de produtos de sensoriamento remoto foi integrada com a correlação estratigráfica regional com base em dados de subsuperfície. A análise morfoestrutural revelou lineamentos compatíveis com a orientação de estruturas tectônicas regionais dominantes no nordeste brasileiro, bem como uma variedade de anomalias de drenagem. A correlação estratigráfica mostrou variações expressivas nas espessuras dos estratos sedimentares em curtas distâncias, que são sugestivas da presença de falhas. Atividades tectônicas teriam ocorrido no Neógeno, ou seja, durante a deposição da Formação Barreiras, bem como no Quaternário tardio, após a deposição dos Sedimentos Pós-Barreiras. Portanto, o mais provável é que o estabelecimento dos vales fluviais dos rios Paraíba e Mamanguape tenha ocorrido em grabens formados por reativações de falhas pré-existentes no embasamento précambriano.

  20. Estimativas de possiveis recursos de petroleo e gas na America Central e na America do Sul [Estimates of possible petroleum and gas resources in Central American and South America

    Science.gov (United States)

    Schenk, C.S.

    2001-01-01

    O U.S. Geological Survey recentemente completou estimativas de possíveis recursos de petróleo e gás em 130 áreas petrolíferas pré-determinadas no mundo (USGS, 2000). Vinte e três destas áreas ficam na América do Sul, na América Central, e no Caribe (fig. 1). Os resultados estão apresentados na tabela 1. Nas 23 áreas, estimamos um total de 105 BBO e um total de 487 TCFG. A região composta de América Central mais América do Sul ficou em terceiro lugar no mundo em termos de possíveis recursos de petróleo e gás. No primeiro lugar ficou o Oriente Médio e no segundo lugar ficou a antiga União Soviética (USGS, 2000). As áreas com maiores probabilidades de encontrar depósitos gigantes de petróleo e gás se localizam nas áreas do Oceano Atlântico começando com a Bacia de Santos no sul até a Bacia Guyana-Suriname no norte. As possibilidades de existirem depósitos gigantes são maiores nas áreas submersas do mar até profundidades de 3,600 m. Diversos depósitos gigantes de petróleo foram descobertos no mar na Bacia de Campos e ainda podem serem encontrados depósitos similares na Bacia de Campos e suas imediações.

  1. Análise multitemporal da regeneração natural da candeia após ocorrência de incêndio florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivy Mayara Sanches de Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available Os sensores de satélites têm a capacidade de fornecer informações sobre regiões afetadas pela atividade do fogo, sendo uma ferramenta eficiente para a detecção e quantificação destas áreas. Objetivou-se avaliar o comportamento da regeneração natural da candeia Eremanthus incanus (Less. Less, após a ocorrência de incêndio florestal por meio do índice de vegetação da diferença normalizada (NDVI de forma a identificar a capacidade de resiliência da espécie. O incêndio ocorreu em 1999, ao lado do Parque Nacional da Serra do Cipó no município de Morro do Pilar, Minas Gerais. Foi selecionada uma série temporal de quatro imagens adquiridas entre os anos de 1999 a 2005 do satélite Landsat (TM e ETM+. Foram geradas as imagens NDVI e em seguida foram obtidos seus valores de reflectância nas diferentes datas para analisar o comportamento espectral das áreas em regeneração. Posteriormente esses parâmetros foram utilizados para analisar as alterações na cobertura vegetal. Ao comparar os valores de NDVI antes e pós-incêndio, observou-se que num período de 6 anos a candeia apresenta valores de reflectância próximos àqueles encontrados antes do incêndio, o que sugere que a cobertura vegetal está num estágio similar à antes da ocorrência do fogo. O índice aplicado mostrou-se eficiente na análise da capacidade de resiliência da espécie após o fogo. Multitemporal analysis of natural regeneration of Candeia after occurrence of forest fireAbstract: Satellite sensors have the ability to provide information on areas affected by fire activity, being an efficient tool for detection and quantification of these areas. The aim of this study was to analyze the natural regeneration pattern of the Eremanthus incanus (Less. Less, after the occurrence of forest fire, using the normalized difference vegetation index (NDVI in order to identify its resilience capacity. The fire occurred in 1999, next to the Serra do Cipó National

  2. Análise da estrutura de comunidades arbóreas de uma floresta amazônica de Terra Firme aplicada ao manejo florestal Analysis of the structure of tree communities of a amazonian forest applied to management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Zenaide Oliveira Alves

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de identificar e descrever a estrutura das comunidades arbóreas de uma floresta de terra firme sob regime de manejo na Amazônia Oriental, localizada no município de Almeirim, Pará, Brasil. O levantamento florístico foi realizado em 1.400,30 ha de uma Unidade de Produção Anual (UPA, do Plano de Manejo Florestal da empresa ORSA Florestal. Todos os indivíduos com DAP > 30 cm foram inventariados, registrando-se 77.834 árvores distribuídas em 57 famílias, 229 gêneros e 556 espécies. Oito comunidades foram identificadas por meio de uma analise de agrupamento, apresentando alta diversidade e equibilidade florística (H" médio = 4,25 e J" médio = 0,75. As comunidades apresentaram 138 espécies comuns, 119 espécies de ocorrência exclusiva e 377 espécies raras, representadas por apenas um indivíduo. As espécies que mais se destacaram foram: Dinizia excelsa, Vouacapoua americana, Goupia glabra, Mouriri brachyanthera, Parinari excelsa, Manilkara bidentada, Tachigalia mymecophyla e Licania micrantha. Algumas espécies de valor comercial apresentaram variações importantes na densidade, sugerindo risco de extinção em comunidades onde as espécies apresentam densidade muito baixa. Sugerimos que os planos de manejo considerem as várias comunidades ecológicas encontradas nas UPAs evitando assim variações significativas, causadas pela exploração e seus impactos, na composição florística e estrutura das comunidades existentes.To demonstrate the importance of the ecological concept for forest management, the object of this work was to identify and describe the structure of tree communities of a tropical forest under management in the Eastern Amazonia, located in Almeirim municipality, in the state of Pará, Brazil. The floristic survey was undertaken in a terra-firme tropical forest of 1,400.30 hectares. All individuals with DBH > 30 cm were inventoried, registering 77,834 trees distributed in 57

  3. Municípios que integram as sub-bacias dos rio Jacuí, Vacacaí e Taquari-Antas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilza Lopes Peres

    2014-05-01

    Full Text Available Apresenta relação dos municípios que integram cada um dos segmentos dos rios, conforme as sub-bacias, em forma de tabela. Trabalho foi feito como subsídio para o Comitê Executivo de Estudos Integrados da Bacia do Guaíba, no qual foi elaborado um modelo de listagem para os dados, onde figuram os seguintes indicadores: sub-bacias, segmentos, municípios e percentagem estimada da área.

  4. Montealtosuchus arrudacamposi, Crocodyliformes, Peirosauridae do Cretáceo Superior da Bacia Bauru : aspectos morfofuncionais

    OpenAIRE

    Sandra Aparecida Simionato Tavares

    2016-01-01

    Resumo: Montealtosuchus arrudacamposi, um crocodiliforme Peirosauridae que viveu no município de Monte Alto no Turoniano-Santoniano da Formação Adamantina, Grupo Bauru da Bacia homônima, habitava um ambiente semi-arido, quente com chuvas torrenciais e sujeito a inundações. Destaca-se pela excelente preservação das estruturas ósseas que compõe o seu esqueleto (crânio, mandíbula, elementos pós-cranianos e escudo dermal articulados). Por estes atributos, forneceu informações satisfatórias para o...

  5. A Bacia do Algarve : estratigrafia, paleogeografia e tectónica

    OpenAIRE

    Terrinha, Pedro; Rocha, Rogério Bordalo; Rey, Jacques; Cachão, Mário; Moura, Delminda; Roque, Cristina; Martins, J.; Valadares, Vasco; Cabral, João; Azevedo, Maria do Rosário; Barbero, Luis; González Clavijo, Emilio José; Dias, Ruben P.; Matias, H.; Madeira, J.

    2013-01-01

    A “Bacia do Algarve” corresponde, segundo a literatura científica tradicional, aos terrenos mesocenozóicos que orlam o Sul de Portugal, desde o Cabo de São Vicente ao rio Guadiana (~140km), penetrando irregularmente para o interior entre 3 km a 25 km, sobre terrenos de idade carbónica da Zona Sul Portuguesa. O hiato, de aproximadamente 70 milhões de anos, materializado pela discordância angular entre as rochas sedimentares de tipo flysch do Carbónico, metamorfizadas e deformadas durante a ...

  6. Co-pirólise de resíduos de polietileno com gasóleo pesado da Bacia de Campos Co-pirolysis of Polyethylene Waste with the Campos Bacia Heavy Oil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora da S. Carneiro

    2011-01-01

    Full Text Available Neste estudo, quatro misturas de PEBD pós-consumo com gasóleo pesado da Bacia de Campos, em diferentes proporções, foram submetidas à pirólise em atmosfera inerte a 550 °C. Os líquidos pirolíticos foram caracterizados por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG/EM. A pirólise do gasóleo puro forneceu elevado teor de resíduo e apenas 4% hidrocarbonetos na faixa do óleo diesel. Por outro lado, a pirólise da mistura de gasóleo com PEBD (na proporção 1/0,5 em m/m forneceu 20% de hidrocarbonetos leves com elevada produção de óleo pirolítico (96%. Desta forma, pode-se concluir que a pirólise de resíduos plásticos com gasóleo pesado pode ser uma tecnologia promissora não apenas para aumentar a formação de hidrocarbonetos leves derivados de gasóleo pesado como também para o reaproveitamento de resíduos plásticos.In this study, four mixtures of LDPE post consumer with heavy gas from the Campos Basin, in different proportions, were subjected to pyrolysis in an inert atmosphere at 550 °C. The pyrolytic liquids were characterized by gas chromatography coupled to mass spectrometry (GC/MS. Pyrolysis of pure diesel supplied large amounts of waste oil and only 4% in the range of diesel. On the other hand, the pyrolysis of LDPE mixture of diesel (at the ratio 1/0,5 m/m provided 20% of light hydrocarbons with high production of pyrolytic oil (96%. The formation of high levels of paraffins and olefins in the range of diesel oil during the co-pyrolysis suggests a promising technology for recycling of plastic waste.

  7. NÁLISE DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL NO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Betânia Rodrigues Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A região semiárida do Nordeste do Brasil possui recursos hídricos superficiais escassos e mal distribuídos em nível espacial. Este trabalho tem como objetivo avaliar a degradação ambiental em alguns pontos aleatórios (açudes e leito do rio na bacia do alto curso do Rio Paraíba. Foram realizados registros fotográficos e coletadas coordenadas geográficas nos pontos aleatórios, identificando as áreas e causas da degradação ambiental na região. Os resultados mostraram que as águas do rio estão recebendo uma elevada carga orgânica, em razão, especialmente, dos efluentes domésticos, dos resíduos sólidos e das práticas agropecuárias; além disso, há outros meios poluentes e degradantes nos mananciais e cursos d’água, como o desmatamento da vegetação nativa e os processos erosivos que agravam os prejuízos ambientais. Em relação aos parâmetros físicoquímicos da água, observou-se que os sólidos totais dissolvidos estão adequados para os diversos fins de usos. Houve variação na demanda química de oxigênio, visto que, em todos os pontos amostrados, na maioria das avaliações, a água apresenta demanda química de oxigênio acima do limite permitido pela resolução do Conama 357/2005, bem como as concentrações de fósforos.

  8. Nutrientes (K, P, Ca, Na, Mg e Fe em sedimentos (solos aluviais e cultivares (feijão e milho de praias e barrancos de rios de água branca: a bacia do purus no estado do Acre, Brasil Nutrients in sediment (alluvial soils and cultivates (bean and corn developed in beaches and cliffs found along loam water: the purus basin in state Acre, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milta Mariane da Mata Martins

    2009-01-01

    Full Text Available The present research highlights the macronutrient abundance in the sediments of beaches and cliffs and cultivates in the river Purus and flowing, southwest of Amazon. The concentrations found in leaves and bean seeds and corn leaves reflect the mineralogical and chemical nature of those rich sediments in K2O and Na2O, which are formed by smectite, illite and K-feldspar. The factors of transfer of the elements in the corn leaves and bean (Ca>K>Na and bean seeds (Na>K>Ca demonstrate that the nutrient needs of the cultivate were found appropriately in the sediments (soils of the beaches and cliffs.

  9. Reference price of natural gas produced in Bacia dos Solimoes; Preco de referencia do gas natural produzido na Bacia do Solimoes

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Valim, Leandro S.; Ferreira, Leticia P.; Correia, Irina S.; Guimaraes, Maria Jose de O.C.; Seidl, Peter R. [Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), RJ (Brazil). Escola de Quimica; Bispo, Luiz Henrique de Oliveira [Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), RJ (Brazil). Escola de Quimica; Agencia Nacional do Petroleo, Gas Natural e Biocombustiveis (ANP), Rio de Janeiro, RJ (Brazil)

    2012-07-01

    Oil and natural gas are exhaustible resources. Thus, exploitation of these energy sources can lead to shortages and even the absence for future generations. In this context, royalties are included as a way to financially compensate future generations through a monthly payment made by the explorer. In Brazil, the control of the royalties and their distribution is charge of the National Agency of Petroleum, Natural Gas and Biofuels (ANP). Its function is to establish reference prices used for the payment of royalties on oil and natural gas. In this study, three methods were used to calculate royalties, using data from Leste do Urucu field, located in Solimoes Basin. The first one is imposed by Resolution ANP No. 40/2009 that uses the calculation of the reference price of natural gas produced in Brazil. The second one is an alternative method of calculating royalties produced by Bispo, 2011, considering the different compositions of the gas produced and injected. And finally, the Resolution ANP RD No. 983/2011 that uses the calculation of the price of gas injected, considering this as the price of gas processed. When performing the calculation of royalties through the proposed methodologies by Bispo, 2011, and the ANP (Resolution No. 40/2009 and RD 983/2011), the results were similar to each other, and the methodology proposed by Resolution No. 40/2009 was the most different from the others. (author)

  10. Desenvolvimento e verificação de métodos indiretos para a estimativa da Erodibilidade dos Solos da Bacia Experimental do Alto Rio Jardim – DF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Enoch Furquim Werneck Lima

    2007-12-01

    Full Text Available A dificuldade na determinação direta da erodibilidade (fator K exige o desenvolvimento de métodos para estimá-la a partir de outras características dos solos de mais fácil obtenção. Entretanto, ainda não existe um método indireto considerado o melhor para a estimativa da erodibilidade do solo. O objetivo deste trabalho foi definir a melhor abordagem para se estimar a erodibilidade dos solos da bacia do alto rio Jardim - DF. Foram avaliados quatro métodos indiretos de estimativa da erodibilidade, os quais tiveram seus resultados discutidos e comparados com dados medidos. Os resultados do teste de comparação de médias t- Student indicaram que todos os métodos diferem significativamente dos dados medidos a 5% de significância. Os métodos de Denardin (1990, van der Knijff et al. (1999 e Stone & Hillborn (2002, em média, superestimaram os valores medidos, enquanto o nomograma de Wischmeier et al. (1971 os subestimaram. De acordo com os resultados obtidos, a adoção de um valor de K por classe de solo, como normalmente utilizado, não é recomendada, pois implica em erros consideráveis. Optou-se pelo uso do método de Denardin (1990, pois foi aquele que mais se aproximou do valor medido. Com base no método de Denardin (1990 e  nos resultados de sua aplicação com os dados levantados na bacia de estudo, desenvolveu-se um novo método indireto de estimativa do valor de K, baseado unicamente no teor de argila da amostra. O método desenvolvido foi aplicado à bacia do rio Jardim de forma espacialmente interpolada e os resultados obtidos foram considerados melhores do que aqueles gerados com a adoção de um valor médio de K por classe de solo.

  11. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ Morphometric characterization of Debossan river watershed, Nova Firburgo, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiany Araujo Cardoso

    2006-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi fazer a caracterização morfométrica a partir de alguns parâmetros físicos da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ. Para isso, gerou-se inicialmente o Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC a partir de cartas topográficas do IBGE, na escala 1:50.000, utilizando o sistema de informações geográficas, através dos softwares ArcVIEW e Arc/INFO. A partir do MDEHC, foram calculados alguns parâmetros morfométricos para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A área de drenagem encontrada foi de 9,9156 km² e o perímetro, de 17,684 km. A bacia hidrográfica do rio Debossan tem formato alongado, coeficiente de compacidade de 1,5842, fator de forma de 0,3285 e índice de circularidade de 0,3985. A densidade de drenagem obtida para a bacia foi de 2,3579 km/km². A forma mais alongada da bacia hidrográfica indica que a precipitação pluviométrica sobre ela se concentra em diferentes pontos, concorrendo para amenizar a influência da intensidade de chuvas, as quais poderiam causar maiores variações da vazão do curso d'água.The objective of this work was to perform a morphometric characterization based on some physical parameters. In order to do so, a Hydrologically Consistent Digital Elevation Model (HCDEM was generated from IBGE topographical maps, scale 1:50.000, using as database and analysis the system of geographic information, by means of the ArcVIEW and Arc/INFO version 8.3 systems. From this, some morphometric parameters of a previous study on the hydrologic behavior of the watershed were calculated. The drainage area was 9,9156 Km² and 17,684 km in perimeter. The Debossan river watershed was proven not easily subject to floods as the compacity coefficient was far from the unit (1.5842 and its shape factor presented a low value (0.3285. Such fact can still be proven by the circularity index value (0.3985. The drainage density was 2,3579 Km

  12. Sustentabilidade de empresas de base florestal: o papel dos projetos sociais na inclusão das comunidades locais Sustainability of florest based enterprises: the role of social projects in the inclusion of the local communities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio do Nascimento Gomes

    2006-12-01

    Full Text Available A partir de estudo de casos, buscou-se interpretar as ações sociais de empresas produtoras de celulose de fibra curta de mercado, localizadas no Estado do Espírito Santo e extremo sul da Bahia, com vistas a verificar a sua consistência com a estratégia de sustentabilidade empresarial. Buscou-se, também, caracterizar seus programas de ações sociais e sua abrangência, ao analisar o conteúdo dos instrumentos de divulgação das ações sociais das empresas e identificar a concepção que tem orientado essas ações sociais e sua relação com as comunidades influenciadas pelas suas áreas de produção de eucalipto.The objective of this study was to interpret, based on case studies, the social actions of short fiber market pulp companies, located in the States of Espírito Santo and extreme South of Bahia, in order to verify their consistency with the strategy of business sustainability; to characterize their programs of social actions and their scope, by analyzing the content of the communication tools of these companies' social actions, and to identify the conception that has guided their social actions and the relationship with the communities influenced by their areas of eucalyptus production.

  13. CARACTERIZAÇÃO MORFOESTRUTURAL DO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE, CEARÁ-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mickaelle Braga da Silva

    2017-08-01

    Full Text Available O presente trabalho propõe uma análise morfoestrutural do alto curso da bacia hidrográfica do rio Jaguaribe, Ceará-Brasil, através da relação litologia/drenagem/relevo. A análise baseou-se em levantamentos bibliográficos e cartográficos; na aplicação de técnicas de geoprocessamento e tabulação e análise dos dados. Dentre os produtos de sensoriamento remoto disponíveis para a área, destacam-se os dados Shuttle Radar Topography Mission-SRTM, com resolução espacial de 30 metros. Este produto com o auxílio de softwares de geoprocessamento permitiu a extração da rede de drenagem e de lineamentos estruturais; a identificação e delimitação das unidades morfoestruturais; a compartimentação morfoestrutural dos lineamentos; a identificação e distribuição dos padrões de drenagem. Aplicou-se o cálculo e a geração dos gráficos de rosetas na espacialização da direção preferencial de frequência da drenagem e dos lineamentos estruturais. Neste contexto, foi possível identificar vários padrões de drenagem controlados por estruturas (padrões treliça e paralelo. Esses dados demostraram uma significativa compatibilidade de direções NE-SW e E-W, que sugerem lineamentos estruturais positivos e negativos representados por sequências de cristas e vales e trechos retilíneos escarpados, confinando canais de drenagem. Desta forma, foi possível estabelecer correlações com a distribuição da densidade de lineamentos e padrões de drenagem, constatando que são nos setores tectonicamente mais deformados que apresentam maior concentração de canais estruturalmente controlados.

  14. Modelos não lineares generalizados aplicados na predição da área basal e volume de Eucalyptus clonal

    OpenAIRE

    Carvalho,Samuel de Pádua Chaves e; Calegario,Natalino; Silva,Fabyano Fonseca e; Borges,Luís Antônio Coimbra; Mendonça,Adriano Ribeiro de; Lima,Mariana Peres de

    2011-01-01

    Neste trabalho, objetivou-se propor o uso de modelos não lineares generalizados na predição da área basal e do crescimento e produção em volume total do híbrido Eucalyptus urocamaldulensis, em um plantio localizado na região central do estado de Minas Gerais, pertencente à V& M Florestal. A metodologia proposta permite trabalhar com os dados na sua forma original sem a necessidade de transformações de variáveis, e gerar modelos mais precisos. Para a avaliação da qualidade de ajuste dos modelo...

  15. FATORES CONTROLADORES DA EVOLUÇÃO DO RELEVO NO FLANCO NNW DO RIFT CONTINENTAL DO SUDESTE DO BRASIL: UMA ANÁLISE BASEADA NA MENSURAÇÃO DOS PROCESSOS DENUDACIONAIS DE LONGO-TERMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éric Andrade Rezende

    2014-03-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo estudar os fatores controladores da evolução do relevo de um trecho do interflúvio entre a bacia interiorana do rio Grande, um dos formadores do rio Paraná, e a bacia do rio Paraíba do Sul. Este divisor hidrográfico está contido em uma das porções mais elevadas da Serra da Mantiqueira e coincide com o flanco NNW do Rift Continental do Sudeste do Brasil. Para este estudo foram selecionadas nove sub-bacias localizadas no extremo sul de Minas Gerais, entre os municípios de Itamonte e Bocaina de Minas. Essas sub-bacias tiveram suas taxas denudacionais estimadas pela mensuração da produção do isótopo cosmogênico 10Be em sedimentos fluviais. Os resultados mostram que a taxa média de denudação das sub-bacias do rio Paraíba do Sul, voltadas para o gráben (17,39 m/Ma, é superior a das sub-bacias dos rios Grande e Aiuruoca, voltadas para o interior continental (12,24 m/Ma. Entre os fatores controladores das taxas de denudação, se destaca a boa correlação existente entre as taxas e dois parâmetros morfométricos: amplitude de relevo e declividade média das sub-bacias. A influência da litologia também se mostra importante, já que a resistência dos granitos frente aos processos erosivos é um dos fatores que condiciona taxas denudacionais bastante baixas na área. Os resultados indicam que o granito Maromba é a unidade litológica mais resistente entre aquelas presentes nas sub-bacias amostradas. As baixas taxas mensuradas, referentes às últimas dezenas de milhares de anos, contrastam com o relevo rejuvenescido e com as elevadas altitudes desse setor da Mantiqueira, onde há um reconhecido papel da neotectônica na morfogênese. Deste modo, é provável que tenha havido uma atenuação da atividade tectônica no Quaternário Superior, com a consequente estabilização dos níveis de base e diminuição dos processos denudacionais.

  16. Cleistogamia em Ruellia menthoides (Nees Hiern e R. brevifolia (Pohl C. Ezcurra (Acanthaceae em fragmento florestal do Sudeste brasileiro Cleistogamy in Ruellia menthoides (Nees Hiern and R. brevifolia (Pohl C. Ezcurra (Acanthaceae in a forest fragment of Southeastern Brazilian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália A. de Souza Lima

    2005-09-01

    Full Text Available São abordados a morfologia e a biologia floral de Ruellia menthoides (Nees Hiern e R. brevifolia (Pohl C. Ezcurra, na Reserva Florestal Mata do Paraíso, remanescente de Floresta Atlântica, em Viçosa, Zona da Mata de Minas Gerais, Brasil. Ruellia menthoides e R. brevifolia são espécies cleistógamas, ou seja, apresentam dimorfismo floral, produzindo flores casmógamas normais (CA e cleistógamas (CL. Além disso, formas intermediárias entre esses tipos florais (flores casmógamas reduzidas e semicleistógamas também são observadas. Em R. menthoides a cleistogamia é inédita, ampliando o número de espécies desse gênero com esse mecanismo reprodutivo. A alogamia, nessas espécies, é favorecida pela produção de flores CA hercogâmicas, especialmente em R. menthoides, e pela dicogamia parcial. A floração de ambas as espécies ocorreu durante todo o ano. Houve pequena sobreposição do período de produção dos dois tipos florais em R. menthoides e ampla sobreposição em R. brevifolia. Em R. menthoides, o início da produção de flores CL coincidiu com o período de transição da estação úmida para a seca, e em R. brevifolia, a produção desse tipo floral ocorreu principalmente na estação seca. A complexidade taxonômica de Ruellia parece estar relacionada à escassez de informações sobre a biologia reprodutiva de suas espécies, que é agravada com o polimorfismo floral das espécies cleistógamas.Floral morphology and biology of Ruellia menthoides (Nees Hiern and R. brevifolia (Pohl C. Ezcurra were analyzed in Reserva Florestal Mata do Paraíso, a remainder of the Atlantic forest, in Viçosa, Zona da Mata, Minas Gerais State, Brazil. R. menthoides and R. brevifolia are cleistogamous, e.g., they show floral dimorphism, with normal chasmogamous (CA and cleistogamous (CL flowers. Intermediate forms between these two floral types (miniature chasmogamous and semicleistogamous flowers are also observed. R. menthoides

  17. Solução de problemas de planejamento florestal com restrições de inteireza utilizando busca tabu Solving forest management problems with integer constraints using tabu search

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Lopes Rodrigues

    2003-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivos desenvolver e testar um algoritmo com base na metaheurística busca tabu (BT, para a solução de problemas de gerenciamento florestal com restrições de inteireza. Os problemas avaliados tinham entre 93 e 423 variáveis de decisão, sujeitos às restrições de singularidade, produção mínima e produção máxima periódicas. Todos os problemas tiveram como objetivo a maximização do valor presente líquido. O algoritmo para implementação da BT foi codificado em ambiente delphi 5.0 e os testes foram efetuados em um microcomputador AMD K6II 500 MHZ, com memória RAM de 64 MB e disco rígido de 15GB. O desempenho da BT foi avaliado de acordo com as medidas de eficácia e eficiência. Os diferentes valores ou categorias dos parâmetros da BT foram testados e comparados quanto aos seus efeitos na eficácia do algoritmo. A seleção da melhor configuração de parâmetros foi feita com o teste L&O, a 1% de probabilidade, e as análises através de estatísticas descritivas. A melhor configuração de parâmetros propiciou à BT eficácia média de 95,97%, valor mínimo igual a 90,39% e valor máximo igual a 98,84%, com um coeficiente de variação de 2,48% do ótimo matemático. Para o problema de maior porte, a eficiência da BT foi duas vezes superior à eficiência do algoritmo exato branch and bound, apresentando-se como uma abordagem muito atrativa para solução de importantes problemas de gerenciamento florestal.This work aimed to develop and test an algorithm based on Tabu Search (TS metaheuristics; to solve problems of forest management with integer constraints. TS was tested in five problems containing between 12 and 423 decision variables subjected to singularity constraints, minimum and maximum periodic productions. All the problems aimed at maximizing the net present value. TS was codified into delphi 5.0 language and the tests were performed in a microcomputer AMD K6II 500 MHZ, RAM memory 64 MB

  18. Avaliação técnica de um carregador florestal com diferentes sortimentos de madeira / Technical assessment of a forest loader with different assortments of wood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dolores dos Santos

    2009-04-01

    Full Text Available ResumoEste trabalho teve por objetivo realizar a avaliação técnica de um carregador florestal na operação de carregamento com diferentes sortimentos de madeira. Os dados foram coletados em áreas de colheita de madeira de uma empresa florestal na região Sul do Brasil, no carregamento de toras de Pinus taeda e Eucalyptus grandis. A análise técnica abordou o estudo de tempos e movimentos, onde a operação de carregamento foi dividida em fases do ciclo de trabalho, analisadas individualmente. Para análise dos dados consideraram-se como tratamentos os diferentes tipos e comprimentos de toras e, como repetição, o número de veículos. Os dados foram submetidos ao Teste de Bartllet para verificação da homogeneidade das variâncias dos tratamentos e (submetidos à Análise de Variância. Os resultados mostraram que os elementos arrumação de pilha e arrumação de carga contribuíram juntos com mais de 70% do tempo total do ciclo operacional; estes foram influenciados pela baixa qualidade das pilhas de madeira localizadas nas margens das estradas. O tempo total médio da operação de carregamento foi de dezoito minutos, equivalente a uma produtividade média de 140,7 toneladas por hora efetiva de trabalho e eficiência média 31,8%. A eficiência no carregamento das toras de comprimento de 5,30 m foi superior ao carregamento de toras de menor comprimento.AbstractThe research objective was to technically assess a forestry loader in the operation of loading different assortments of wood. The data were collected at wood harvest areas of a forest company in the South Region of Brazil, during the log loading of Pinus taeda and Eucalyptus grandis. The technical analysis included a motion and time study. The log loading operation was divided into phases of the job cycle, which were analyzed individually. For the purposes of data analyses, the different log types and lengths were considered as treatments, and the amount of vehicles as

  19. Agroclimatic zoning of peanut plants for the Bacia do Alto Paraguai, Mato Grosso State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Danilo Barbieri

    2015-06-01

    Full Text Available Agroclimatic zoning of peanut plants for the Bacia do Alto Paraguai, Mato Grosso State, Brazil The success of a technified, productive and sustainable agriculture is achieved through the knowledge on climate and soil of a place, combined with their appropriate management. This study aimed to determine the agroclimatic zoning of peanut plants for the Bacia do Alto Paraguai, Mato Grosso State, Brazil, by identifying the cities with aptitude for exploring this crop and establishing the times for its sowing. Soil and climate conditions were evaluated for the region, respecting the cycle (90-120 days and water demands (400-600 mm of the crop. The water storage capacity (WSC and water requirement satisfaction index (WRSI were determined for the types of soil classified according to the clay content. It was possible to conclude that all cities that cultivate peanut plants have more than 50 % of WSC 75 soil type with more than 35 % of clay (Arenápolis, Barra do Bugres, Indiavaí, Lambarí D’Oeste, Nova Olímpia, Rondonópolis, São José dos Quatro Marcos and Tangará da Serra. Such soil favors a late cultivation, which can be performed up to the 7th ten-days period. For the WSC 30 soil type, with less than 15 % of clay, the cultivation should only start from the 6th ten-days period, due to its low water absorption capacity.

  20. Ecologia da Paisagem de uma Bacia Hidrográfica dos Tabuleiros Costeiros do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Fernandes

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi quantificar o uso da terra e as métricas da paisagem da Bacia Hidrográfica do Rio Piauitinga, SE, a partir de imagens orbitais de alta resolução espacial. Foi utilizada uma imagem RapidEye com resolução espacial de 5 metros para mapear o uso e cobertura da terra. Foram consideradas as métricas de ecologia da paisagem ao nível de classe. Além disso, foram realizadas simulações da distância de borda nos fragmentos florestais remanescentes. A bacia apresenta uma paisagem dominada por pastagens (50,43%. A vegetação nativa é a segunda maior classe de uso (23,79%, porém está fragmentada, com numerosos fragmentos de tamanho pequeno e com grande efeito de borda. O aumento da distância de borda reduz a área central, principalmente dos fragmentos da classe muito pequeno, sendo indicado o estabelecimento de corredores ecológicos.

  1. AVALIAÇAO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARDO, SISTEMA AQUÍFERO GUARANI, RS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marluce Purper

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade das águas subterrâneas em áreas de preservação permanente (Sistema Aquífero Guarani – SAG da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo, RS, Brasil, através de variáveis físicas, químicas e microbiológicas. Nove pontos de coleta foram distribuídos ao longo da bacia, nos quais as águas subterrâneas foram classificadas quanto aos íons de maior ocorrência quantitativa. Os resultados indicaram que a maioria dos poços avaliados enquadraram-se na Classe 4 de usos da água, correspondendo a águas de usos menos restritivos (como recreação de contato secundário. Entretanto, deve-se considerar que os aquíferos são caracterizados por diferentes condições geológicas, com características físicas, químicas e biológicas intrínsecas, e também variações hidrogeoquímicas, sendo necessário que as suas classes de qualidade sejam determinadas com base nessas especificidades. As amostras P1, P2, P3, P5 e P9 classificaram-se como bicarbonatadas cálcicas; as águas dos pontos P4, P6, P7 como bicarbonatadas sódicas; e P8 como sulfatada. Verificou-se que a qualidade das águas de poços com profundidade inferior a 6 m está mais vulnerável, devido a alterações antrópicas em função da concentração de nitrato, coliformes totais e termotolerantes, enquanto a qualidade das águas de poços mais profundos depende basicamente de suas características hidrogeológicas e hidrogeoquímicas naturais, em função das variáveis sulfato e sódio.

  2. Estrutura populacional e aspectos reprodutivos de Corydoras aeneus (Siluriformes, Callichthyidae em riachos da bacia do rio Ivinhema, Alto rio Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane S. Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Apesar do crescente número de estudos sobre biologia de espécies de peixes de pequeno porte, o conhecimento dos aspectos básicos da biologia da maioria das espécies ainda é incipiente. Com isso, o objetivo desse estudo foi descrever alguns aspectos populacionais e reprodutivos de Corydoras aeneus (Gill, 1858 em riachos da bacia do rio Ivinhema, Alto rio Paraná. As amostragens foram realizadas entre 2008 e 2011 em 57 riachos distribuídos na bacia. Foram analisados 684 indivíduos, sendo 213 fêmeas e 190 machos, além de 281 exemplares analisados apenas quanto aos dados de comprimento padrão. O comprimento padrão máximo da população analisada foi de 50,19 mm para as fêmeas e de 45,24 mm para machos; Desta forma, as fêmeas foram maiores que os machos. A proporção sexual foi de 52,7% para fêmeas e de 47,1% para os machos, sem variação significativa entre os sexos (Χ2= 1,313; p = 0,252. Quanto à relação peso/comprimento ambos os sexos apresentaram a crescimento isométrico. As maiores frequências de fêmeas maduras foram observadas nos meses de outubro a dezembro, embora tenham sido observadas fêmeas maduras em outros meses do ano. Estimou-se que 50% das fêmeas estão sexualmente maduras com 33,54 mm de comprimento padrão. A fecundidade média foi estimada em 359,47 oócitos, sendo que a população apresenta desova total. O padrão de recrutamento não apresentou um padrão unimodal, embora a maior intensidade tenha sido observada nos meses de outubro a dezembro. O comprimento assintótico foi estimado em 54,59 mm e a taxa de crescimento de 1,1 ano-1. O índice de performance de crescimento foi estimado em 3,51; a longevidade de 2,72 anos e a mortalidade de 1,48 ano-1.

  3. ESTUDO DA ALTERAÇÃO ANTRÓPICA (HEMEROBIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MOURÃO – PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maristela Moresco Mezzomo

    2016-05-01

    Full Text Available As transformações da paisagem desenvolvidas por atividades antrópicas podem ocasionar inúmeros problemas como desequilíbrio nos ecossistemas, erosão de solos e assoreamento de rios. Uma das ferramentas para verificar a pressão das ações do ser humano na paisagem se dá por meio do conceito de hemerobia. Neste sentido, o objetivo deste artigo é apresentar a definição de graus de dependência energética e tecnológica (hemerobia da bacia hidrográfica do rio Mourão - PR, visando auxiliar o planejamento de ações para diminuir os riscos e impactos ambientais em relação ao solo e à água. Para isso, foram feitos a caracterização da área de estudo, o levantamento de dados e informações sobre o uso do solo e a classificação e quantificação dos graus de hemerobia utilizando a proposta de Kröker (2008. Os graus foram classificados como hemerobia mínima, muito baixa, baixa, média, alta, muito alta e máxima. A classificação da paisagem da bacia, conforme as unidades de paisagem definidas por Scipioni (2014, demonstra que três das quatro unidades possuem todos os graus de hemerobia. A análise quantitativa dos graus de hemerobia demonstra que 85,26% apresentam grau médio, composto por áreas utilizadas para agricultura, pecuária, solo exposto e áreas para futuras construções, e 7,81% representa o grau mínimo utilizado por Unidades de Conservação, Áreas de Preservação Permanente e fragmentos florestais. Esta classificação possibilitou identificar determinadas funções da paisagem, podendo assim, contribuir no planejamento e direcionamento de ações sobre o uso e a ocupação do solo.

  4. Aplicação de índices para avaliação da qualidade da água da Bacia Costeira do Sapucaia em Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Cecília Lima Santos

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO A redução da disponibilidade qualiquantitativa da água no mundo está diretamente relacionada às formas de uso e ocupação do solo, aos processos produtivos da agricultura e da pecuária, ao processo de urbanização e à geração de efluentes domésticos e industriais. Por isso, é importante a realização de diagnósticos de bacias hidrográficas, sobre o uso e a ocupação de seu solo e sobre a qualidade da água como ferramenta para a gestão hídrica. Este estudo teve como objetivo caracterizar e monitorar a qualidade da água da Bacia Costeira do Sapucaia, Sergipe. As coletas foram realizadas em oito pontos, com periodicidade trimestral, de agosto de 2014 a setembro de 2015. Na avaliação da qualidade da água foram utilizados: o Índice de Qualidade da Água (IQA e o Índice de Estado Trófico (IET. As análises das amostras foram realizadas de acordo com os procedimentos estabelecidos no Standard Methods, sendo analisados os seguintes parâmetros: coliformes totais e termotolerantes, turbidez, pH, oxigênio dissolvido, sólidos totais, fósforo total, nitrogênio total, temperatura, condutividade, demanda bioquímica de oxigênio e clorofila. Os resultados do IQA classificam os corpos d’água em aceitável (2,5%, bom (92,5% e ótimo (5,0%. Os resultados do IET classificaram as amostras como: ultraoligotrófico (67,5%, oligotrófico (20,0%, mesotrófico (2,5%, eutrófico (7,5% e supereutrófico (2,5%. Os resultados obtidos permitem afirmar que os rios Aningas, Sapucaia e a Lagoa Redonda apresentam baixo grau de degradação, com menor conservação do ponto amostral localizado no Rio Sapucaia, dentro da Reserva Santa Isabel, por ser uma área bastante visitada nos finais de semana e feriados.

  5. MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DO SOLO DA BACIA DO RIO TAPEROÁ: REGIÃO SEMIÁRIDA DO ESTADO DA PARAÍBA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Da Silva Seabra

    2014-08-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo realizar um mapeamento do uso e cobertura do solo da bacia do rio Taperoá, maior afluente do rio Paraíba, que juntos abastecem o 2º maior açude da Paraíba, o Epitácio Pessoa no município de Boqueirão. Este açude é responsável pelo abastecimento de toda Região Metropolitana de Campina Grande e vem sofrendo nos últimos anos com o rápido assoreamento. A análise do Uso e Cobertura do Solo foi realizada a partir de mapas (1:100.000, gerados por classificação baseada em objetos, utilizando uma imagem do satélite Landsat 5 TM (01/2009. Os resultados mostraram o baixo percentual de cobertura vegetal de caatinga e o predomínio da agropecuária. As correlações entre a área de caatinga e a densidade de cabeças (pecuária por municípios mostrou a influência desta atividade na redução da cobertura vegetal.

  6. Evapotranspiração de referência baseada em métodos empíricos em bacia experimental no estado de Pernambuco - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ravana Costa Moura

    2013-06-01

    Full Text Available O estudo da evapotranspiração é importante para o planejamento agrícola, principalmente em regiões caracterizadas por grandes variabilidades espacial e temporal da precipitação, como nas áreas áridas e semiáridas do Nordeste do Brasil. Embora existam no Brasil duas grandes redes de observação meteorológica (INMET e CPTEC, ainda há muitas regiões não cobertas pelas mesmas, evidenciando a necessidade de métodos de cômputo da evapotranspiração baseados em poucos elementos meteorológicos. Considerando esta necessidade, este trabalho objetivou determinar a evapotranspiração de referência (ETo por métodos indiretos em várias escalas de tempo na bacia experimental do riacho Gameleira, Vitória de Santo Antão, PE. Os métodos indiretos foram avaliados tendo como padrão o método Penman-Monteith FAO-56. Dentre os métodos baseados na temperatura do ar, Hargreaves-Samani (1985 apresentou desempenho "ótimo" nas escalas pentadal a mensal, seguido de Blaney-Criddle com desempenho "muito bom". Já os métodos de Camargo, Thornthwaite modificado e Thornthwaite apresentaram variações de desempenho de "mau a muito bom". Dos métodos baseados na radiação solar, o melhor desempenho foi o método da Radiação Solar, seguido de Makkink e Jensen-Haise. Diferentemente, os métodos baseados em modelagem estatística não estimaram a ETo com boa precisão, resultando em baixos coeficientes de determinação e desempenho.

  7. CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA DO RIO UBERABA E DETERMINAÇÃO DO USO POTENCIAL DO SOLO, UBERABA-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Farias do Valle Junior

    2012-11-01

    Full Text Available A crescente expansão das atividades agropecuárias, sem considerar as potencialidades e limitações quando ao uso das terras, constitui fonte potencial de degradação do meio ambiente. Este trabalho objetivou avaliar padrões morfométricos de microbacias hidrográficas de 1a a 6a ordem de magnitude, como indicadores na diferenciação das principais classes de solos para a bacia hidrográfica do rio Uberaba e região, detectando-se o uso potencial do solo, segundo a metodologia do coeficiente de rugosidade (RN. Utilizou-se de técnicas de geoprocessamento, sendo a integração de informações realizada no Sistema de Informações Geográficas IDRISI, aliada ao uso cartas digitais e analógicas do IBGE, escala 1:100.000 e de imagens de satélite do “CBERS 2”, onde foram traçadas as redes de drenagem e delimitadas respectivamente as microbacias. Na avaliação da classificação do uso potencial do solo, constatou-se que 47,12% das microbacias apresentam-se apropriadas para a prática agrícola, enquanto 36,37% para pecuária, 11,86% indicado para pecuária/reflorestamento e 1,40% para r