WorldWideScience

Sample records for filosofia segundo hegel

  1. Historicidade da filosofia em Hegel e Heidegger

    OpenAIRE

    Christian Iber

    2017-01-01

    Gostaria de discutir, em forma de teses, a temática da historicidade da filosofia em contraste e na sua divergência em Hegel e Heidegger. Diferente do historicismo, que não soluciona o problema da historicidade da filosofia, porque ele dissolve tendencialmente a filosofia na história da filosofia e não coloca em especial a questão da verdade, Hegel e Heidegger desenvolvem uma teoria genuinamente filosófica da história da filosofia do interesse filosófico pela verdade. Esse interesse genuiname...

  2. Acerca da Consciência Eterna: lições sobre religiosidade na filosofia do direito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiro Corrêa Junior

    2017-05-01

    Full Text Available Trata-se de examinar trechos do manuscrito de Lições sobre a Filosofia da Religião e das Linhas Fundamentais da Filosofia do Direito - A Sociedade Civil-Burguesa -, de Georg Wilhelm Friedrich Hegel, aproximando as ideias de Deus e do Sistema de Eticidade. O artigo também avalia posições de influentes comentadores de Hegel, como Bobbio, Losurdo, Marcuse, Lebrun, Lima Vaz e Müller.

  3. O estatuto da economia política na filosofia prática de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norbert Waszek

    2017-02-01

    Full Text Available O presente texto apresenta o panorama da formação em Hegel do conceito de economia política dentro da evolução de seu pensamento. Para tanto são analisadas as suas obras publicadas em vida em relação com aquelas publicadas após a sua morte. Espera-se portanto, apresentar um panorama seguro do lugar e da importância da economia política na filosofia de Hegel.

  4. O sistema alexandrino e o sistema epicurista na filosofia da história do jovem Marx

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Lemos Vieira

    2017-10-01

    Full Text Available Nos Cadernos preparatórios de sua Tese de Doutorado intitulada Diferença entre as filosofias de Demócrito e Epicuro, esboçados em 1839, Marx se contrapôs a um conteúdo teológico em Hegel através de uma crítica à tendência tradicional da filosofia em teologizar-se dada numa revisão do ocaso da filosofia grega em dois sistemas opostos. O primeiro teria sido o misticismo da filosofia alexandrina; o segundo, o atomismo epicurista que desenvolveu uma dialética peculiar. Sugerindo uma filosofia da história alternativa à de Hegel, Marx pretendia indicar que a democracia não sofreu ocaso na Grécia por conta do desenvolvimento da razão genuinamente filosófica, e sim por conta da vitória da razão filosófica tergiversada em teologia. Era preciso, neste sentido, resgatar a filosofia do sistema epicurista.

  5. A crítica de Schmitt e de Hegel ao liberalismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cesar Augusto Ramos

    1995-01-01

    Full Text Available O artigo pretende apresentar a filosofia política do liberalismo a partir das análises críticas de Schmitt e de Hegel. O primeiro fundamenta sua crítica de um ponto de vista do "existencialismo político"; o segundo, com base na racionalidade do Estado moderno. Ambos ressaltam o valor positivo do Estado e criticam a negação do político operada pelo liberalismo.

  6. A crítica de Hegel ao formalismo moral Kantiano

    OpenAIRE

    Müller, Rudinei

    2011-01-01

    A crítica de Hegel ao formalismo da moral kantiana é um tema que pode ser abordado de diferentes modos. Esta tese demonstra que tanto na filosofia de Kant, quanto na de Hegel, os argumentos decisivos em relação ao formalismo (Kant) e a sua necessária superação (Hegel) estão desenvolvidos na filosofia especulativa. A superioridade crítica de Hegel em relação à Kant consiste na sua radicalidade. Demonstra-se como para Hegel o próprio finito, o fenômeno, já é um não não-finito, revelando a sua c...

  7. Teoria do juízo na lógica do conceito de Hegel

    OpenAIRE

    Christian Iber; Federico Orsini; Lauro Stoll Nardi; Agemir Bavaresco

    2017-01-01

    A Lógica de Hegel trata do pensar e de suas formas. A Lógica do Ser e da Essência descreve as formas insuficientes do pensar, ao passo que a Lógica do Conceito apresenta o autoconhecimento do pensar em sua verdade. Em sua Lógica, Hegel critica tanto a metafísica tradicional como a filosofia moderna, mas a crítica dele difere profundamente da filosofia analítica da linguagem e da teoria moderna da ciência. Na Lógica do Conceito, Hegel apresenta o conceito de um objeto através dos juízos, que n...

  8. Segunda Parte - Segundo Capítulo da Terceira Seção da Introdução à Lógica da Essência de Hegel: a Contingência ou Efetividade, Possibilidade e Necessidade Formais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilo José Jimica

    2017-02-01

    Full Text Available O presente trabalho visa a apresentar o sentido da concepção hegeliana da efetividade à luz de uma leitura cortejada da Lógica da Essência. Adentra nos limites do método dialético como totalidade em movimento, a fim de superar o déficit da compreensão da visão geral da efetividade com tal e seus momentos na Lógica da Essência de Hegel. Para atingir este objetivo é preciso ter presente dois aspectos imprescindíveis de desenvolvimento: em primeiro lugar, Hegel começa por desenvolver, num primeiro tempo, o alcance geral de efetividade - a exposição do absoluto, o atributo e o modo do absoluto2, é o sentido do primeiro capítulo - e continua, em segundo lugar, pela exposição dos três momentos da efetividade como tal3, a possibilidade, a contingência e a necessidade - é o objetivo do segundo capítulo, da terceira seção da lógica da essência de Hegel. No presente artigo, sugere-se que somente este último pode fundamentar uma reflexão filosófica, assim como foi desenvolvida pelo filósofo alemão, G.W.F. Hegel, e utilizá-la para uma compreensão sistemática deste aspecto central da Ciência da Lógica, a efetividade possibilita contribuir com as pesquisas em problemas e teorias da Filosofia Moderna e Contemporânea, na medida em que explicita a rede conceitual hegeliana da categoria de efetividade e atualiza seu potencial interpretativo, construindo perspectivas epistemológicas e metodológicas inovadoras, o que é próprio da pesquisa e interdisciplinaridade. Identidade do interior e do exterior que constitui a efetividade é uma forma de imediatidade. A efetividade define-se como unidade imediata da essência e da existência.

  9. Hegel e a história mundial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vieira, Leonardo Alves

    2006-01-01

    Full Text Available Neste estudo, a história mundial, tal como concebida por Hegel, é analisada a partir dos §§ 330-360 da Filosofia do Direito. Em seguida, procura-se coordenar estes parágrafos com as teses de Kant sobre a guerra e a paz. Finalmente, as abordagens de Kant e de Hegel são retomadas à luz do estudo de Hobsbawm sobre o cenário político internacional nos séculos 20 e 21

  10. Teoria do juízo na lógica do conceito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Iber

    2017-02-01

    Full Text Available A Lógica de Hegel trata do pensar e de suas formas. A Lógica do Ser e da Essência descreve as formas insuficientes do pensar, ao passo que a Lógica do Conceito apresenta o autoconhecimento do pensar em sua verdade. Em sua Lógica, Hegel critica tanto a metafísica tradicional como a filosofia moderna, mas a crítica dele difere profundamente da filosofia analítica da linguagem e da teoria moderna da ciência. Na Lógica do Conceito, Hegel apresenta o conceito de um objeto através dos juízos, que nós proferimos sobre ele. O artigo tem por objetivo explicitar o sentido racional assim como o conteúdo crítico e produtivo da teoria hegeliana do juízo.

  11. Toussaint y Hegel. Lecciones desde Abya Yala; Toussaint e Hegel. Lições de Abya Yala; Toussaint and Hegel. Lessons from Abya Yala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abdiel Rodríguez Reyes

    2017-01-01

    Full Text Available Resumen: Nos parece sugerente la hipótesis de Susan Buck-Morss en su libro Hegel, Haití y la historia universal, nos invita a reflexionar en torno a la relación entre Hegel y las experiencias revolucionarias en Abya Yala. En éste artículo queremos ver ésta relación y otras más, en donde las experiencias y recursos de Abya Yala sirvieron para el desarrollo de Occidente. Palabras clave: pensamiento, Américas, filosofía, racismo, revolución   Resumo: Parece hipótese sugestiva de Susan Buck-Morss em seu livro “Hegel, Haiti e História do Mundo”, nos convida a refletir sobre a relação entre Hegel e experiências revolucionárias em Abya Yala. Neste artigo vamos ver esse relacionamento e outros, onde as experiências e recursos de Abya Yala serviu para o desenvolvimento do Ocidente. Palavras-chaves: pensamento, Américas, filosofia, racismo, revolução.   Abstract: We are tempted by the hypothesis of Susan Buck-Morss in her book Hegel, Haiti and universal history, which invites us to reflect on the relationship between Hegel and the revolutionary experiences in Abya Yala. In this article we want to see this relationship and others in which the experiences and resources of Abya Yala served for the development of the West. Key words: thinking, Americas, philosophy, racism, revolution.

  12. THE INTENTIONALITY OF PERCEPTION AND OF ACTION IN THE YOUNG HEGEL A INTENCIONALIDADE DA PERCEPÇÃO E DO AGIR NO JOVEM HEGEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hans Christian Klotz

    2010-12-01

    Full Text Available In the first writings of his Jena period, Hegel defends the conception of an original identity through which subjectivity is "suspended". The present article aims to expound this conception as a contribution to the theory of intentionality which focusses on the unity of conceptual and sensuous (or motivational elements as a condition of the intentionality of perception and action. In a first step, it is argued that in his early writings, by "philosophy of subjectivity" Hegel understands positions which separate the conceptual and the sensuous elements of perception and action, conceiving at the same time the subject as a distanced controller of sensibility. Thus, the hegelian critique of the philosophy of subjectivity is directed against such a conception of intentionality and its subject. In a second step, the hegelian alternative to this picture is exposed - the conception of an indissoluble unity of thinking and sensibility as being fundamental to perception and action. Finally, the picture of self-consciousness which arises in the Phenomenology of Spirit is analyzed as an implication of the conception of intentionality adopted in the earlier writings.Nos primeiros escritos da sua fase ienense, Hegel defende a concepção de uma identidade originária na qual a subjetividade seria “suspendida”. O presente trabalho visa explicitar essa concepção como uma contribuição para a teoria da intencionalidade que coloca em foco a unidade entre elementos conceituais e sensíveis (ou emocional-motivacionais como condição da intencionalidade da percepção e do agir. Num primeiro passo, argumenta-se que nos seus escritos críticos Hegel entende por “filosofia da subjetividade” posições que envolvem uma concepção separadora acerca da relação entre pensamento e sensibilidade na percepção e no agir, estando ligada à noção do sujeito como controlador distanciado da sensibilidade. Portanto, a crítica hegeliana à filosofia da

  13. Iniciando em Hegel para compreender a Fenomenologia e o Existencialismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo de Oliveira Moraes

    2015-02-01

    Full Text Available O autor pretende fazer considerações sobre o sistema de Hegel que possam enfatizar sua importância para um bom diálogo com pensadores contemporâneos a ele e outros mais recentes. especialmente, pensadores da Fenomenologia e do Existencialismo, desde alguns pontos principais tais como essência, existência, fenômeno, morte e conceitos como Eu, Mundo, Finitude; do ponto de vista do autor o pensamento de Hegel pode contribuir para incrementar a Filosofia atual sobre essas questões e assuntos essenciais; de modo especial, o autor ainda defende uma nova leitura do texto hegeliano desde a perspectiva de uma Metafísica fundada numa base não-material. Para tal apoiou a tessitura do texto numa moldura de citações constantes e sistemáticas extraídas das obras do próprio Hegel.

  14. A Filosofia e sua didática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ghiraldelli Jr

    2002-12-01

    Full Text Available O texto parte de uma reflexão sobre a necessidade de se questionar a banalidade do mundo a partir das pressuposições filosóficas. Na comparação com o saber científico, Hegel, Marx e Richard Rorty são utilizados como exemplos do genuíno espírito filosófico, capaz de nos distanciar do mundo para melhor admirá-lo nos seus múltiplos aspectos. A fidelidade ao espírito filosófico conduz à necessidade de ensinar a filosofia. A didática da Filosofia não serve para retirar o rigor da tarefa filosófica. Grandes pensadores, como Descartes, souberam escrever para os eruditos e para o grande público. Embora haja características diferenciadas em cada tipo de publicação, não deixam nada a desejar tanto para o ensino, como para a didática, e muito menos para a própria Filosofia. Palavras-chave: Filosofia, ensino, didática.

  15. O “progresso na consciência da liberdade”: Um aspecto ético da filosofia da história de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Konrad Christoph Utz

    2015-08-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2015v14n1p82 A Filosofia da História de Hegel tem caraterísticas que, hoje em dia, parecem pouco aceitáveis. Ela propõe um fim final (Endzweck da história e uma necessidade em seu desenvolvimento que é dialética racional. Embora essas concepções nem são tão absurdas como podem aparecer para o olhar contemporâneo, o artigo não pretende defender esses dois princípios, mas argumenta que há, atrás deles, um terceiro que vale bem a pena guardar – e que também pode ser sistematicamente resgatado sem apoiar-se nos outros dois. Este é o que podemos chamar o princípio da assimetria ética na história. Mas também podemos usar a fórmula do próprio Hegel que é o “progresso na consciência da liberdade”. Para desenvolver essa ideia, o artigo mostra que a marca fundamental de toda normatividade é o saber de se prático que, na moralidade e eticidade, torna-se reflexivo e auto-determinante. A liberdade no sentido de Hegel é a realização não apenas formal-abstrata deste saber de se – tal como ela é concebida por Kant –, mas sua efetivação concreta em espaço e tempo, na história. Mas como a liberdade, nessa concretização, permanece sempre ligada àquela auto-compreensão normativa que constitui nossa auto-consciência prática, os progressos na concretização histórica da liberdade são normativamente irreversíveis. Justamente nisso há um elemento de objetividade e incondicionalidade. No final seguem algumas indicações como este princípio da assimetria ética na história pode servir como base de uma nova teoria ética que é, ao mesmo tempo, normativa num sentido forte e sensitiva à historicidade, a circunstancialidade e a finitude da existência humana.

  16. A filosofia da história como o lugar de efetivação da liberdade no Sistema da Ciência Hegeliano = The philosophy of history as a place of effective of freedom in Hegelian System Science

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julião, José Nicolao

    2014-01-01

    Full Text Available Em Hegel, mais do que em qualquer outro filósofo que o antecedeu, a história ganha estatuto filosófico fundamental, pois o seu interesse por ela está presente em todas as partes de sua filosofia. Para Hegel, a filosofia é história universal (Weltgeschichte, ou seja, história do progresso na consciência da liberdade. E, enquanto processo de ampliação da liberdade, a história ganha um lugar de destaque no sistema hegeliano, aparece na última parte do espírito objetivo, como história universal, efetivando, desta maneira, a estrutura ontológica e metodológica do conceito liberdade apresentado no último livro da Ciência da Lógica. O objeto deste estudo é, portanto a Filosofia da História Universal compreendida como um universo efetivo da ampliação da liberdade e do pensamento filosófico que consideramos como o encerramento sistemático da filosofia de Hegel, dado que as partes que compõem o espírito absoluto – arte, religião e filosofia – são independentes, compreendendo cada uma em si mesma um sistema acabado. Em suma, o nosso objetivo é precisamente o de demonstrar o lugar de destaque que ocupa a história universal no Sistema da Ciência hegeliano

  17. O papel do escravo em Aristóteles e Hegel

    OpenAIRE

    Nicuia, Eurico Jorge

    2009-01-01

    A presente dissertação tem por objetivo analisar o papel do escravo em Aristóteles e em Hegel, tendo presente os contextos histórico-filosóficos da escravidão no primeiro capítulo; bem como a abordagem filosófica da escravidão em Aristóteles e em Hegel no segundo capítulo; finalmente, debruçar-se-á sobre o papel do escravo nos dois filósofos, no terceiro capítulo onde destacamos os seguintes: i) doméstico, o único papel descrito por Aristóteles porque o escravo não participava de outras ativi...

  18. Conceito, juízo e silogismo: Introdução à lógica do conceito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Iber

    2017-02-01

    Full Text Available O que é um conceito no sentido de Hegel é, atualmente, algo praticamente desconhecido. Como exemplo de um conceito, a Filosofia Moderna da Linguagem apresenta aproximadamente o conceito de pílula anticoncepcional. Nenhuma mulher, nem mesmo uma admiradora da dialética, compreenderia, por exemplo, se, no médico passando a receita, o conceito de pílula anticoncepcional começasse a correr e no farmacêutico transmutasse no seu oposto. Ninguém admitiria que com os conceitos fundamentais de nossa vida joga-se de tal maneira (Wilhelm E. Essler. A crítica à doutrina hegeliana do juízo, que se tornou uma repreensão standard, reza que ele confundiria a cópula com a identidade: A parte da dialética de Hegel parece geralmente repousar no equívoco de dois significados da palavra é (Bertrand Russel. E, em relação à doutrina de Hegel do silogismo, o hegeliano Vittorio Hösle chega à seguinte averiguação fulminante: Em medida ainda mais alta do que a lógica do juízo de Hegel, sua lógica do silogismo tem que valer como ultrapassada. Este artigo objetiva iluminar o sentido racional e o conteúdo crítico da teoria de Hegel do conceito, do juízo e do silogismo.

  19. O lugar da filosofia civil e a classificação das ciências segundo Hobbes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delmo Mattos

    2010-09-01

    Full Text Available A filosofia civil ocupa um lugar de destaque no sistema filosófico de Hobbes. Compreende a sua reflexáo das disposições e costumes dos homens, isto é, a ética, os deveres civis e a política. No entanto, a filosofia civil constitui apenas uma parte da elaboraçáo sistemática da filosofia hobbesiana, que contêm, além da sua reflexáo política, importantes apontamentos sobre a física e a geometria. Neste artigo, buscaremos examinar o modo como Hobbes posiciona as diferentes partes que compõem o seu sistema filosófico, a fim de tornarmos explícito o lugar que a filosofia civil ocupa no seu empreendimento filosófico.

  20. Gramsci e o debate em torno da filosofia da prÃxis

    OpenAIRE

    Jecson GirÃo Lopes

    2013-01-01

    A presente dissertaÃÃo margeia em torno da discussÃo sobre a maneira pela qual Gramsci debate com os autores de seu tempo, principalmente com Nicolai BukhÃrin, defensor, segundo Gramsci, de um marxismo vulgar, devido sua compreensÃo mecanicista (economicista), fatalista, pelo uso do positivismo na filosofia da prÃxis, marxismo, (materialismo vulgar) e Benedetto Croce, a partir de sua ideia revisionista da filosofia da prÃxis (neo-idealismo: historicismo idealista, conforme Gramsci), como send...

  1. Conceito, juízo e silogismo: Introdução à lógica do conceito de Hegel

    OpenAIRE

    Christian Iber

    2017-01-01

    O que é um conceito no sentido de Hegel é, atualmente, algo praticamente desconhecido. Como exemplo de um conceito, a Filosofia Moderna da Linguagem apresenta aproximadamente o conceito de pílula anticoncepcional. Nenhuma mulher, nem mesmo uma admiradora da dialética, compreenderia, por exemplo, se, no médico passando a receita, o conceito de pílula anticoncepcional começasse a correr e no farmacêutico transmutasse no seu oposto. Ninguém admitiria que com os conceitos fundamentais de nossa vi...

  2. O conceito de reflexão de Hegel como crítica aos conceitos de essência e de reflexão tradicionais

    OpenAIRE

    Christian Iber

    2017-01-01

    O presente artigo ilumina o específico do conceito de reflexão de Hegel em cinco momentos. Em um primeiro momento, delineia-se um esboço do conceito de reflexão na lógica da essência de Hegel. Em um segundo momento, o conceito de reflexão de Hegel é apresentado como estrutura lógica objetiva em contraste com a reflexão subjetiva da consciência e do entendimento, com a qual, ao mesmo tempo, o conceito de essência ontológica independente da reflexão é submetido a uma crítica. Do novo conceito d...

  3. Heidegger and Hegel

    DEFF Research Database (Denmark)

    Wentzer, Thomas Schwarz

    2016-01-01

    The paper identifies a structural isomorphism between Hegel's and Heidegger's thinking of historicity. Hegel's idealist principle of subjectivity is replaced by Heidegger's existential concept of facticity, transforming the discourse of a Phenomenology of Spirit into a Hermeneutic of Facticity...

  4. Hegel und Gorgias

    DEFF Research Database (Denmark)

    Huggler, Jørgen

    Hegel und Gorgias /Jørgen Huggler (University of Aarhus, Denmark) (huggler(at)dpu.dk) Hegels Verständnis des Sophist Gorgias von Leontinoi in den Vorlesungen über die Geschichte der Philosophie gründet auf seine eigene Interpretation der Eleaten, insbesondere Zenon. Aufgrund eigener philosophischer...... „Gründen“, einen echten Beitrag zu dieser Entwicklung des griechischen Denkens geliefert. Vor allen scheint Gorgias die dialektischen Bemühungen der Eleaten fortgesetzt zu haben. Hegels Auslegung des Gorgias kann den lauwarmen Empfang der Sophisten in den deutschen Beiträgen zur Geschichte der Philosophie...... des späten 18. Jahrhunderts (Meiners, Tiedemann, Stäudlin, Buhle und Tennemann) gegenübergestellt werden. In der Tat ist Hegels philosophisches Verständnis ausreichend, um positive Kommentare zu allen Teilen der Diskussion in Gorgias Argument „Über das Nicht-Seiende, oder Über der Natur“ zu geben...

  5. A Filosofia Humanista de Fromm como Ciência do Homem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rainer Funk

    2010-07-01

    Full Text Available O conjunto da obra de Fromm revela que ele estudou Kant, Hegel, Nietzsche, Herbert Spencer, John Stuart Mill e William James, Heidegger, Sartre, Bloch e Habermas, mas nenhum deles marcou seu pensamento de verdade, e nem a filosofia de valores do seu mestre Rickert, em Heidelberg, reflete no seu pensamento. Fromm, porém, se vê profundamente ligado a pensadores como o filósofo judaico Maimônides, como a Cohen e Cassirer, Aristóteles, Espinoza e Marx, mais tarde também a Tomás de Aquino.

  6. O Ensino de Filosofia como “questão clássica” na tradição do pensamento filosófico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ceppas

    2015-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644415911Neste artigo, procuro mostrar que ensinar e aprender filosofia são questões centrais e recorrentes para a tradição filosófica Ocidental. Procuro argumentar em favor desta tese em duas direções. Num primeiro momento, ela é analisada em termos da relação entre o pensar, o juízo e o ensino-aprendizado da filosofia. Num segundo momento, procuro defender esta tese a partir da importância da relação mestre-discípulo para a história da filosofia.

  7. O conceito de reflexão de Hegel como crítica aos conceitos de essência e de reflexão tradicionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Iber

    2017-02-01

    Full Text Available O presente artigo ilumina o específico do conceito de reflexão de Hegel em cinco momentos. Em um primeiro momento, delineia-se um esboço do conceito de reflexão na lógica da essência de Hegel. Em um segundo momento, o conceito de reflexão de Hegel é apresentado como estrutura lógica objetiva em contraste com a reflexão subjetiva da consciência e do entendimento, com a qual, ao mesmo tempo, o conceito de essência ontológica independente da reflexão é submetido a uma crítica. Do novo conceito de reflexão de Hegel resulta, em terceiro lugar, uma adaptação radical do círculo vicioso na teoria tradicional da reflexão da autoconsciência. Num quarto momento, lança-se um olhar sobre o conceito de reflexão anterior de Hegel como pensar do entendimento que separa, do qual o conceito de reflexão posterior se distingue. Por fim, apresenta-se, em quinto lugar, a lógica da reflexão de Hegel como crítica à fundação ontológica da reflexão em Schelling. O conceito de reflexão de Hegel se mostra, com isto, como crítica da metafísica ontológica tradicional e como fundação de uma metafísica da relacionalidade absoluta que supera a relatividade do pensar moderno do entendimento.

  8. Hegel's concept of freedom and law

    OpenAIRE

    Slović, Srđan Ž.

    2016-01-01

    Hegel's philosophy of state and law is based on ethical principles. Pursuant to these principles, the man realises himself through activity. The activity is not to be the category coming from outside, but it is immanent to human nature. By explaining human activity, Hegel ignores particularism and completely pleads for universalism, by which he is tracking the road to human freedom. Freedom is for Hegel only possible while acting as a rational being. The subject of our activity should be in a...

  9. Hegel ante la modernidad

    OpenAIRE

    Giusti, Miguel

    2013-01-01

    Hegel es uno de los primeros filósofos podemos que toma distancia frente al sentimiento triunfalista de su época, pero sin desconocer la originalidad de las nuevas formas de pensamiento e innovación política. A su filosofía debemos una caracterización conceptual de la modernidad en su conjunto gracias a la conciencia histórica con que ésta es juzgada. Lo propio y esencial de los tiempos modernos es, para Hegel, el principio de la subjetividad". El trabajo se divide en dos partes: primeramente...

  10. Filosofia brasileira?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Imaculada Kangussu

    2012-09-01

    Full Text Available Como o tema proposto para nosso encontro deste ano foi “Brasil”, proponho discutirmos a possibilidade (e também seu contrário de pensarmos uma filosofia brasileira. Assim como existe um modo bastante próprio de abordar as questões filosóficas em alguns países, o que nos leva a conceber – através das diferenças evidentes – a existência de uma filosofia francesa, de uma filosofia alemã, inglesa, italiana, e, depois da globalização, de uma filosofia japonesa, árabe, e de outras nações cujas culturas são distintas da judaico-cristã; parece-me pertinente a questão: as singularidades de nosso pais podem produzir um pensamento original ao ponto de configurar um pensamento filosófico brasileiro? E ainda, encontramo-nos capazes, com nossa formação filosófica, de sermos intérpretes do Brasil?

  11. NOTAS SOBRE A ASSIMILAÇÃO DA FILOSOFIA DA PRÁXIS PELO NEO-IDEALISMO E PRAGMATISMO: CROCE, DEWEY, GRAMSCI

    OpenAIRE

    Dore, Rosemary; UFMG

    2013-01-01

    O presente texto tem como propósito estudar a indicação de Gramsci segundo a qual algumas posições do neo-idealismo e do pragmatismo seriam inconcebíveis sem a assimilação da filosofia da práxis (marxismo). Tendo como referência análises do autor sobre a presença da filosofia da práxis no pensamento de Croce, realiza-se um primeiro movimento de aproximação teórica para investigar a existência de nexos entre algumas posições filosóficas de Croce e de Dewey. O ponto de partida é o exame da cont...

  12. Terrorism, Hegel, Honneth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sinkwan Cheng

    2015-07-01

    Full Text Available My essay begins by analyzing how Hegel and Honneth’s theory of recognition would seem to lend support to insurgent terrorists’ struggle for the right to self-determination. Insurgent terrorism often looks like a concretization of what Honneth calls the moral protest of the oppressed launched against the dominating powers. Insurgent terrorism also bears affinity to the politics of recognition in the sense that it challenges the legitimacy and authority of the forces owned by the state, and seeks to gain public recognition instead for the legitimacy of their own cause. Precisely because what matters uppermost to terrorists is the gaining of recognition for their cause as just, terrorists are eager to seize the mass media as a means of spreading their ideas. My essay will end, however, by pointing out major differences between insurgent terrorism on the one hand, and Hegel and Honneth on the other.

  13. CRITICAL NOTES ON HEGEL'S TREATMENT OF AFRICA Omotade ...

    African Journals Online (AJOL)

    mycl

    man in his completely wild and untamed state.”7. Hegel's notion ... soul has moved through these stages.9 For this reason, Hegel begins his discussion of ... reflects a reaction to the colonial past and, second, humanism that transcends racial .... character of the action, that is, the particular end and its value for the individual.

  14. Hegel, Rawls e o tema da reconciliação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramos, Cesar Augusto

    2007-01-01

    Full Text Available O propósito deste artigo é analisar as relações de Rawls com o pensamento político de Hegel - considerado pelo primeiro como um "liberalismo da liberdade" - no que diz respeito ao tema da reconciliação. Primeiramente vamos analisar o conceito hegeliano de reconciliação. Em segundo lugar, procederemos a uma leitura de alguns aspectos da teoria rawlsiana a partir deste conceito para, finalmente, destacar a valorização do mesmo na obra de Rawls. Trata-se, portanto, de verificar de que forma a recepção crítica do tema hegeliano da reconciliação pode estimular um ajuste do liberalismo político às exigências da realidade histórica das sociedades liberais modernas, cobrindo, assim, um déficit do liberalismo político em relação às críticas comunitaristas, sobretudo, a questão do normativismo abstrato

  15. Uma concepção dialética da arte a partir da gênese do conceito de trabalho na fenomenologia do espírito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Gonçalves

    2005-12-01

    Full Text Available A Fenomenologia do Espírito de Hegel não é ainda o lugar específico da posição de sua filosofia da arte propriamente dita. Entretanto, é possível compreender a relação sistemática entre alguns conceitos fundamentais desta obra de 1807 e a concepção hegeliana de arte da maturidade. A partir desta relação, destacaremos em nossa interpretação três diferentes e complementares teses: 1. Da obra de arte como produto ideal do trabalho do espírito (Geist; 2. Do simbolismo da religião natural como produto do trabalho do artesão à beleza da religião da arte; 3. Da necessidade do oráculo à subjetividade concreta do ator de teatro.Hegel's Phenomenology of Mind is not the specific place of the position of his philosophy of arts. However, it is possible to understand the systematic relationship between many fundamental concepts of this work of 1807 and the Hegel's conception of art in his maturity. Through this relationship, we will detach in our interpretation three different and complementary theses: 1. From the work of art as ideal product of the work of the "Geist"; 2. The symbolism of the natural religion as product of the worker to the beauty of the religion of the arts; 3. The necessity of the oracle to the concrete subjectivity of the actor of the theatre.

  16. Filosofia e interdisciplinaridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio José Silveira Lima

    Full Text Available Resumo Este texto pretende discutir alguns aspectos da interdisciplinaridade, tendo como fio condutor duas ideias centrais: primeiro, a importância do tema para os debates em torno da construção e da transmissão do conhecimento; segundo, a delimitação do campo de reflexão em que a contraposição à especialização ganha especial destaque. A intenção é questionar se a crítica à especialização não é contemporânea da própria consolidação do trabalho disciplinar e dos especialistas; e se essa crítica não teria aberto o caminho para os debates sobre a interdisciplinaridade. Nesse caso, escolheram-se três filósofos que parecem corroborar esse ponto de vista: Ortega y Gasset, Nietzsche e Adorno. Nos três casos, pode-se perceber a defesa da necessidade de abertura para um conhecimento mais amplo. Por fim, esboçam-se alguns pontos relevantes sobre a filosofia como uma disciplina e sobre o lugar que a crítica à especialização ocupa em sua reflexão, e conjectura-se sobre a abertura para o trabalho interdisciplinar.

  17. FILOSOFIA E AUTONOMIA

    OpenAIRE

    Ramalho, Ellen Maianne Santos Melo; Lima, Walter Matias

    2016-01-01

    Este trabalho tem como objetivo relacionar a filosofia à ideia de autonomia, identificando que a filosofia como disciplina no currículo escolar é um importante meio para o desenvolvimento da autonomia intelectual, por ser um âmbito que estimula o desenvolvimento de habilidades cognitivas que convergem para a formação de pessoas críticas e criativas. Pensamento crítico e pensamento criativo é uma das características da autonomia intelectual.

  18. Hegel's Solution to Cartesian Dualism of Mind and Body

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Farzad

    2015-10-01

    Full Text Available In this paper, I am going to review the Hegelian solution to solve Cartesian doctrine of the mind body dualism. Such a dichotomy refers to the fact that in the recognition we are dealing with two completely different and separate domains, i.e., the internal world (ideas, beliefs, concepts, and mentalities, and the external world (the domain of objects that which refers to the first domain. Hegel believes that Cartesian dualism arises from a categorical mistake. He says that subjectivism is the starting point that fundamentally is wrong. Hegel argues that a genuine philosophy could overcome the dichotomy. According to Hegel, it is only by the idea of ​​"absolute" and “identity in differences” that could be possible to go out of this dualism. The role of philosophy, for him, is theorizing "about the real world”. Hegel says that these contradictions are within the "structure of consciousness." By adopting the right approach in explaining Cartesian doctrine of the mind body dualism from a phenomenological perspective, it can be possible to show the mind’s Odyssey within reality.

  19. Filosofia das ciências sociais: temas atuais

    OpenAIRE

    Kincaid, Harold

    2014-01-01

    A filosofia das ciências sociais, concebida da maneira adequada, tem algo a oferecer aos que praticam as ciências sociais. Os cientistas sociais adotam em suas pesquisas, ainda que de forma implícita, alguma filosofia de sua ciência. Para evitar impasses, é melhor explicitar essa filosofia e ser criticamente consciente dos seus méritos. A filosofia das ciências sociais, por sua vez, não pode ser praticada sem um envolvimento íntimo com a pesquisa social. O artigo esboça alguns desenvolvimento...

  20. A reply to the reviewer of "Totalitarismo, democrazia, etica pubblica. Scritti di filosofia morale, filosofia politica, etica"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico Sollazzo

    2013-03-01

    Full Text Available The author's reply to Giorgio Baruchello's review of the book Federico Sollazzo, Totalitarismo, democrazia, etica pubblica. Scritti di filosofia morale, filosofia politica, etica (Rome: Aracne, 2011

  1. Hegel's phenomenology of rationality

    DEFF Research Database (Denmark)

    Huggler, Jørgen

    2009-01-01

    The aim of this chapter is to elucidate Hegel's conception of rationality in the Phänomenologie des Geistes (1807), and to defend the thesis that he is an author engaged in discussion with a wide variety of sources. He uses sceptical reasoning to form a line of argument with a necessary progression...

  2. Hegel sobre Tácito y la libertad teutona

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valerio Rocco Lozano

    2015-09-01

    Full Text Available Una investigación sobre la presencia (así como sobre la ausencia de Tácito en Hegel es crucial para entender la posición política y filosófica de este pensador, especialmente en la época de Jena. Tras algunas consideraciones sobre el conocimiento hegeliano de la historia y la cultura romanas, se abordará un análisis de su noción de "libertad teutona": Hegel se opone tanto a la neo-romanidad de los revolucionarios franceses como al esencialismo teutómano de los conservadores alemanes (derivado fundamentalmente de un uso fuertemente ideológico de la "Germania" de Tácito, así como a las caducas instituciones imperiales. Esta doble oposición sitúa a Hegel en medio de dos corrientes políticas (e incluso de dos ejércitos en guerra y se lleva a cabo desde una actitud que puede denominarse como “mediación sin nostalgia”

  3. Implications of Hegel's Theories of Language on Second Language Teaching

    Science.gov (United States)

    Wu, Manfred

    2016-01-01

    This article explores the implications of Hegel's theories of language on second language (L2) teaching. Three among the various concepts in Hegel's theories of language are selected. They are the crucial role of intersubjectivity; the primacy of the spoken over the written form; and the importance of the training of form or grammar. Applying…

  4. The Necessity of Contingency or Contingent Necessity: Meillassoux, Hegel, and the Subject

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    John Van Houdt

    2011-06-01

    Full Text Available This article addresses the relationship of contingency to necessity as developed by Quentin Meillassoux and G.W.F. Hegel. Meillassoux criticizes the restriction of possibility by modern philosophy to the conditions of the transcendental subject, which he calls ‘correlationism’, and opposes to this correlationism, mathematics as an absolute form of thought. The arch-figure of a metaphysical version of correlationism for Meillassoux is Hegel. This article argues that, while Meillassoux is right to criticize a version of correlationism for restricting the range of contingency, he overlooks Hegel’s unique contribution to this issue. Hegel provides us a version of necessity modeled on the mathematical proof which answers Meillassoux’s concerns about correlationist versions of necessity but does not altogether jettison the concept of the subject. Instead, the subject in Hegel is a contingent interruption which emerges from the breaks in the kinds of necessity we posit about the world. Hegel offers us a way of tying these two concepts together in what I call ‘contingent necessity’.

  5. Book Review: Inventing the Market: Smith, Hegel & Political Theory by Liza Herzog

    DEFF Research Database (Denmark)

    Boscan, Luis

    2014-01-01

    Review of: Inventing the Market: Smith, Hegel & Political Theory. Liza Herzog. Oxford University Press. April 2013.......Review of: Inventing the Market: Smith, Hegel & Political Theory. Liza Herzog. Oxford University Press. April 2013....

  6. Om Hegels opfattelse af Gorgias, set på baggrund af tidligere filosofihistorikeres fremstilling

    DEFF Research Database (Denmark)

    Huggler, Jørgen

    2010-01-01

    En undersøgelse af Hegels tolkning af sofisten Gorgias giver anledning til at se på receptionen af sofisterne hos notable filosofihistorikere i det 18. århundrede. En sådan undersøgelse viser, at Hegel har en original og velvillig tolkning af sofisterne koncentreret omkring begrebet Bildung og det...... at give grunde for noget. Hegels udlægning af Gorgias bygger på hans tolkning af eleaterne, især af Zenon. Når Hegel har en særlig tolkning af eleaterne, skyldes det hans egne mangeårige filosofiske bestræbelser, og en identificering af en særlig, immanent objektiv dialektik hos Zenon, som han finder......, at Gorgias fører videre. Hegels filosofiske forståelse er tilstrækkelig udviklet til at kunne knytte positive kommentarer til alle dele af diskussionen i Gorgias' ræsonnement Om det ikkeværende, eller Om naturen. Det lykkes dog bedst i forhold til de to første af Gorgias' tre underteser. I hegelsk perspektiv...

  7. O Estado como eticidade: apontamentos sobre o direito penal a partir de Hegel (State as ethics: notes on criminal law based on Hegel Doi: 10.5212/Emancipacao.v.13i2.0006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Cortes da Costa

    2014-03-01

    Full Text Available   O presente artigo aborda o pensamento filosófico de Hegel sobre o Estado e sua relação com as esferas da singularidade e da particularidade. Apresenta o conceito de sociedade civil em Hegel, a formação da ordem burguesa e a administração da justiça. Analisa o conceito de crime em Hegel e a relação entre a vontade singular e a imputação de responsabilidade a ação do sujeito na esfera do direito penal. Palavras-chave: Estado como eticidade. Sociedade civil burguesa. A vontade singular e a ação consciente. Direito penal.  Abstract: This paper presents considerations concerning some the philosophical thought of Hegel on the state and its relationship with the spheres of the singularity and particularity. Introduces the concept of civil society in Hegel, the formation of the bourgeois order and the administration of justice. Analyzes the concept of crime in Hegel and the relationship between the will and the singular liability under the action of the subject in the sphere of criminal law.  Keywords: State like ethics spheres. Bourgeois civil society. The will and the singular conscious action. Criminal law.

  8. O ENSINO DA FILOSOFIA COMO UMA TECNOLOGIA DE GOVERNAMENTALIDADE

    OpenAIRE

    Oliveira, Liliana Souza de

    2016-01-01

    * Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora de Filosofia no Instituto Federal Farroupilha-Campus São Vicente do Sul/RS.O ensino da filosofia como uma tecnologia de governamentalidadeResumo: O presente trabalho insere-se nas discussões sobre o ensino da Filosofia. Pretendo a partir de uma inspiração foucaultiana analisar as condições de emergência do discurso sobre a importância da Filosofia no vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e as ...

  9. HANNAH ARENDT: MODERNIDADE, CIÊNCIA E FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio E. Dellasoppa

    1990-06-01

    Full Text Available Estudam-se as concepções de Hannah Arendt sobre as relações entre ciência e filosofia a partir do momento que caracteriza como de dupla alienação: da ciência da terra para o cosmos e da filosofia do mundo para o eu. Arendt entende este momento como o fundacional do subjetivismo filosófico, coincidente com os eventos que determinam o caráter da Idade Moderna. Mostra-se que Arendt reage contra o “seguidismo” da filosofia em relação à ciência, admitindo a possibilidade humana de descoberta e manipulação das leis da natureza ao mesmo tempo que nega sua compreensão. Nesta clivagem aparece a possibilidade de um fundamento da legitimidade da filosofia, como exercicio de pensamento que procura legitimidade e não compreensão.

  10. Filosofia e psicanálise: pontos de disjunção/Philosophy and psychoanalysis: disjunctive points

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Revah

    2010-03-01

    Full Text Available Este artigo trata sobre as (impossibilidades do diálogo entre a filosofia e a psicanálise, atentando para tanto em alguns pontos que separam esses dois campos. Em primeiro lugar, considera-se o que a filosofia recusou ao se constituir e se diferenciar de outros campos do discurso e do saber, nos seus primórdios, na Grécia Antiga. O que nessa discussão está em causa é a filosofia socrático-platônica e a sua diferença em face da perspectiva trágica, que é abordada no âmbito das crenças religiosas gregas e na obra dos poetas trágicos. No segundo item são recuperadas certas conceitualizações de Freud sobre o psiquismo, com o intuito de indicar a presença da perspectiva trágica em sua concepção de homem. Finaliza-se retomando algumas das razões que levaram Freud a criticar e se distanciar da filosofia, inclusive da vertente que acolhe a perspectiva trágica. As (impossibilidades do diálogo entre a filosofia e a psicanálise são então apontadas, considerando-se sobretudo as relações que se estabelecem entre esses dois campos depois de Freud. This article deals with the (impossibilities of dialogue between philosophy and psychoanalysis through emphasis on a few points separating these two fields. Firstly, it is taken into consideration what philosophy refused when constituting and making itself different from other areas of discourse and knowledge when these were beginning to develop in Ancient Greece. What is discussed here is the Socratic-Platonic philosophy and its difference from the tragic perspective, which is approached in terms of Greek religious beliefs and of the works of tragic poets. Secondly, certain Freudian concepts on psychism are rescued, in an attempt to indicate the presence of the tragic perspective in its conception of man. Finally some reasons that led Freud to criticize philosophy and move away from it are approached, including the tendency favoring tragic perspective. The (impossibilities of dialogue

  11. La filosofia clinica di Wittgenstein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorenzo Ghirelli

    2017-01-01

    Full Text Available Intento del presente saggio è quello di tracciare le linee principali della filosofia di Wittgenstein definendone l’orizzonte operativo e la strategia d’azione. Seguiremo inizialmente i cambiamenti nella concezione del linguaggio e del significato del filosofo austriaco utilizzandoli come traccia per registrare le corrispondenti revisioni degli obiettivi, delle tecniche e delle forme del far filosofia da lui proposte. Cercheremo poi di analizzare la pratica filosofica prospettata dal Wittgenstein maturo evidenziandone alcuni aspetti che ci consentiranno di qualificarla come clinica.

  12. Filosofia della fisica

    CERN Document Server

    1997-01-01

    Un libro che mancava : attraverso i contributi dei maggiori specialisti italiani, la definizione rigorosa di una disciplina, la filosofia della fisica, che si pone nel punto d'incontro tra la cultura scientifica e quella umanistica.

  13. Dostoiévski e Bakhtin: a filosofia da composição e a composição da filosofia / Dostoevsky and Bakhtin: the philosophy of composition and the composition of philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Vianney Cavalcanti Nuto

    2011-11-01

    Full Text Available RESUMO: Este trabalho procura demonstrar as afinidades existentes entre a obra de Dostoiévski e a filosofia de Mikhail Bakhtin. Por meio de uma análise comparativa, conclui-se que a polifonia, característica fundamental do romance de Dostoiévski segundo Bakhtin,realiza-se como uma síntese artística de conceitos filosóficos como singularidade, responsabilidade, inacabamento e dialogismo. ABSTRACT:This paper seeks to demonstrate the affinities existing between Dostoevsky’s literary achievement and Mikhail Bakhtin’s philosophical one. Through a comparative analysis it concludes that the polyphony, the fundamental characteristics Dostoevsky’s novels according to Bakhtin is as an artistic synthesis of philosophical concepts such asuniqueness, responsibility, incompleteness and dialogism.

  14. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Site Map. Journal Home > About the Journal > Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions: Site Map. Log in or Register to get access to full text downloads.

  15. De dualismos y domesticaciones: Davidson, Mcdowell y Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Guzmán

    2016-01-01

    Full Text Available El renacimiento del interés por Hegel en el mundo filosófico se apoya en varios puntos: la superación del dualismo entre el esquema conceptual y el contenido (Davidson, McDowell, la disipación del mito de lo dado (Sellars, Quine y el inferencialismo (Brandom. En relación con el primer punto, John McDowell intenta superar aquel dualismo, echando mano de un Hegel cuya retórica requiere de una domesticación. Se intenta iluminar el alcance y algunas limitaciones de esta propuesta, en su intento por desmontar la filosofía del permanente movimiento entre el mito de lo dado o la inmediatez, por un lado, y el coherentismo, por el otro.

  16. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica Journal of African Philosophy, Culture and Religions, a publication of the Calabar School of Philosophy (CSP) is dedicated to the publication of astute academic research in African Philosophy, Culture, History, Art, Literature, Science, Education and Religions, etc. The articles submitted to Filosofia ...

  17. Spontaneità ed esperienza. Hegel, McDowell e la radicalizzazione di Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Manca

    2017-02-01

    Full Text Available What are the different kinds of role played by receptivity and spontaneity in the natural experience? This question will be the clue of the essay. To answer, I will take into account some remarks raised by McDowell in Mind and World. After having shown why spontaneity should be considered as drawn into operation in experience, I will ask where the unconscious activity of conceptual capacities could be grasped. Referring on Hegels Faith and Knowledge, as first step, I will focus on the idea that the blind synthesis of imagination could be identified with the hidden work of pure reason. Consecutively, as second step, by considering what Hegel said in the Phenomenology of Spirit chapter on Sense-certainty and in the Second Preface to Science of Logic, I will delve into Hegels idea that reasons instinct is operative within natural language. My aim is to understand in what a Hegelian radicalization of Kant could consist.

  18. A crítica hegeliana do entendimento e a perspectiva da razão

    OpenAIRE

    Bezerra, Hildemar de Araújo

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho é apresentar a crítica de Hegel à forma de pensar do Entendimento (Verstand) e a perspectiva de um novo conceito de Razão (Vernunft) ou racionalidade que daí surge, e isto tendo como base os três momentos do processo lógico (o momento do Entendimento, o Dialético e o Especulativo) apresentados por Hegel na Enciclopédia das Ciências Filosóficas. Mostrar-se-á que esta crítica se faz imanente à própria filosofia de Hegel, pois o Entendimento é tanto o objeto da crítica,...

  19. Justice And Law In Hegel: The Way Of Atonement And The Way Of Healing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mateus Salvadori

    2015-02-01

    Full Text Available There are two theories on hegelian philosophy to justify the punishment: the way of atonement and the way of healing. The route of the atonement of the agent of punishment and states that the responsibility for the crime is the criminal. This pathway is concerned essentially with the duty and the rules. Hegel differs from kantian retributivista position because, according to Kant, the penalty is an ethical necessity (categorical imperative and Hegel, the penalty is a logical necessity (denial of crime and affirmation of the sentence. Kant remains attached to the subjectivity; Hegel overcomes it through an objective explanation of criminal law. Have the path of healing part of the punishment and patient advocates that the punishment is a right of the criminal. Thus, the duty is secondary and the punishment is seen as suffering from the generator.

  20. Imagens do outro na filosofia: o desafio da diferença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Gallo

    2012-06-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo problematizar a tematização do outro pela Filosofia. Dialogando com imagens do cinema e da televisão, procura identificar quais as imagens ou os conceitos do outro, produzidos na história da Filosofia. De forma esquemática, apresenta as imagens do outro como bárbaro (Aristóteles; exótico (Montaigne; civilizado (Voltaire; inferno (Sartre, para, ao final, ensaiar uma "não-imagem" do outro como diferença radical, proposta pela filosofia da diferença de Deleuze.

  1. Governamentalidade democrática e ensino de Filosofia no Brasil contemporâneo Democratic governmentality and the teaching of Philosophy in contemporary Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Gallo

    2012-04-01

    Full Text Available Este artigo parte dos conceitos de biopoder e de governamentalidade para analisar alguns documentos governamentais brasileiros recentes que concernem à introdução da Filosofia como disciplina no ensino médio. Durante a década de 1980, no cerne dos movimentos pela redemocratização do país, a ênfase nessa argumentação foi posta na suposta criticidade da Filosofia e em seu potencial na formação de cidadãos para uma sociedade democrática. Esse argumento parece ter sido assimilado pelo governo brasileiro ao estipular, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que os alunos do ensino médio devem demonstrar os conhecimentos de Filosofia "necessários ao exercício da cidadania". O estudo analisa, também, documentos como os PCN, os PCN+, as OCEM, em seus capítulos sobre a disciplina Filosofia. Percorrem-se, aqui, pela ótica da governamentalidade, os documentos de política pública, explicitando a instrumentação da Filosofia para a formação de jovens segundo aquilo que se entende como uma sociedade democrática moderna.This article takes the concepts of biopower and governmentality as the starting point for an analysis of certain recent Brazilian government documents about the introduction of Philosophy as a subject in secondary school. In the 1980s, this argument centered on Philosophy's so-called criticism and its potential for preparing citizens for a democratic society, was used by the movements aimed to restore democracy in Brazil. This argument appears to have been assimilated by the Brazilian government, because it is stated in the Guidelines and Bases of Education Law, secondary school students should demonstrate knowledge of philosophy "necessary for the exercise of citizenship." The argument also appears in documents such as the PCN and PCN+ (National Curricular Parameters and OCEM (Curriculum Guidelines for Secondary School in their chapters on Philosophy. These documents are examined here in the light of

  2. La systématique de l’esprit pratique chez Wolff, Kant, Fichte et Hegel

    OpenAIRE

    Siep, Ludwig

    2011-01-01

    En dépit des grands bouleversements systématiques dans la philosophie allemande du xviiie siècle, la continuité est étonnante, de Wolff à Hegel, pour ce qui concerne le contenu des doctrines sur la raison pratique. Une comparaison de ces doctrines chez Wolff, Kant, Fichte et Hegel peut révéler l’intention et les raisons pour lesquelles chacun de ces auteurs modifia la systématique des différentes facultés. À partir de Kant, autonomie et liberté deviennent les concepts directeurs permettant de...

  3. History and Catastrophe: Tragedy and Reconciliation in Schiller and Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Aranzueque

    2013-11-01

    Full Text Available To what extent is it possible be reconciled with a tragic past? Could historical narration or dramatic performance help to get over the traumatic event indeed? Or do they just ascertain its constitutive contradictions, the split and the rift from a pain wich is impossible to sublimate? Is the mourning experience based on the recovery of a feeble balance between the opposite drives, emotions and feelings from the will? Or does it depend on the synthetic assimilation of that opposition into another way of life? This essay travels hand in hand with Schiller and Hegel across the space opened by those questions. It starts from the dissatisfaction generated in the young Hegel by his reading of Schiller’s Wallenstein and it analyzes his different conceptions of the ethic pathos, as well as his uneven perspective about the function of the chorus in the Attic tragedy

  4. Catherine Malabou’s Hegel: One or several plasticities?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moder Gregor

    2015-01-01

    Full Text Available Through an original and extraordinarily fruitful reading of the Hegelian conception of negativity, Catherine Malabou developed the concept of plasticity which she keeps working on as one of her cardinal concepts even to this day. Engaging in the problematic of unity in Hegel, the paper takes on the task of trying to answer the question whether plasticity is one or are there several plasticities. The author argues that one must be careful not to reduce the inherent multiple of plasticity to a single plasticity which becomes plasticity par excellence: the plasticity of plastic explosion, of an abrupt and absolute break, to be distinguished from a creative or productive plasticity of habit. Malabou claimed that Hegel was - contrary to what Deleuz read in him - a philosopher of conceptual multitude as a multitude which cannot be reduced to only one image, the image of unity. If this is true, then the concept of plasticity itself with which she grasped the essence of Hegel’s dialectics, should be understood at least as a “unity in conflict”, if not as an inorganic, inhomogeneous, composed unity - and perhaps even as a unity of the pack.

  5. A filosofia na formação do educador... Para quê?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone dos Santos

    2003-01-01

    Full Text Available O texto aborda a importância da Filosofia na formação de professores a partir de um referencial teórico crítico. Discute o conceito de Filosofia da Educação enquanto um campo do saber que leva à reflexão radical, rigorosa e de conjunto sobre o campo da Educação em consonância com o pensamento de Saviani (1973 e articula tais idéias com a teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia da Educação como campo de fundamental importância na formação de professores articulados com a possibilidade de emancipação pela educação. El artículo aborda la importancia de la filosofia en la formación de los profesores a partir de un referencial teórico crítico,. Discute el concepto de Filosofia de la Educación como un saber que conduce a la reflexión radical, rigurosa e de conjunto sobre el campo de la educación en consonancia com Saviani(1973 e articula tales ideas com la teoria crítica de Adorno (1995, colocando a Filosofia de la Educación como campo de fundamental importancia en la formación de profesores articulados com la posibilidad de la emancipación por la educación.

  6. Reflexões sobre o ensino de Filosofia Reflections on the teaching of Philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Lúcia Fornari Diez

    2012-12-01

    Full Text Available O trabalho tem por norte pensar o ensino da Filosofia segundo Nietzsche, especialmente quando este se remete aos gregos antigos para mostrar como conseguiram tão espetacularmente realizar um duplo movimento no qual, ao mesmo tempo em que absorveram culturas e tradições de outros povos, também as superaram. Mesmo não pretendendo qualquer originalidade, transcenderam seus antepassados e coetâneos, tornando-se tão inovadores que após eles nada mais de importante foi criado. O que lhes permitiu irem tão longe foi utilizarem o aprendido para a vida, ao invés de para o conhecimento erudito, pois, segundo Nietzsche, tanto ser compelido ao saber quanto repugná-lo são atitudes igualmente bárbaras. Todavia, os gregos, por uma agonística da existência, controlaram tal arroubo para, em troca, viver imediatamente tudo o que aprendiam. Partindo desta perspectiva é que se deseja desenvolver uma reflexão sobre o papel do ensino da Filosofia, entendendo que a Filosofia no âmbito da educação tem o desígnio de instigar que o acesso ao conteúdo filosófico ocorra concomitante à criação de novos modos de pensar sobre o pensamento. Entende-se que é fundamental que se caminhe em direção ao desenvolvimento do senso crítico, mas também se entende que um pensamento crítico não surge ao acaso de modo autóctone. Ele precisa ser cultivado com conceitos e empiria, de forma a exceder-se a si mesmo, como diria Nietzsche, para constituir-se em espírito livre.This paper intends to think the teaching of Philosophy according to Nietzsche, especially when it refers to the ancient Greeks to show how they have so spectacularly performed a double movement in which, they have absorbed the cultures and traditions of other peoples and also exceeded it. While not claiming any originality, they transcended their ancestors and contemporaries, becoming so innovative that nothing more important has been created after them. What allowed them to go so far was

  7. Kierkegaard y Hegel: Apuntes para su aproximación

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Jose Binetti

    2014-06-01

    Full Text Available A pesar de que el mismo S. Kierkegaard reconoció haber sido hegeliano y que sus propios contemporáneos lo tuvieron por tal, su pensamiento ha pasado a la historia como una de las mayores fuerzas anti-hegelianas. La recepción historiográfica hegemónica asumió acríticamente el modelo de un dualismo existencial-especulativo, que entiende a Kierkegaard como el pensador de la experiencia subjetiva y a Hegel como el aliado de un concepto abstracto y vacío. Las siguientes páginas se proponen contribuir a la rectificación de esta incomprensión especulativa, cuyas consecuencias agudizan cada vez más la confusión contemporánea. En oposición a la imagen de un Kierkegaard antihegeliano, intentaremos mostrar la profunda influencia del pensamiento de Hegel sobre el existencialismo kierkegaardiano, influencia que se manifiesta en las categorías de espíritu, dialéctica, idea, reduplicación e unidad relacional, entre otras.

  8. El Desequilibrio de lo Político en Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Ignacio Arias Krause

    2016-07-01

    Full Text Available El problema político de la sociedad civil se fundamenta en su doble forma de manifestarse: por un lado, en ella se revela el carácter externo u objetivo del Estado y, por otro, produce una escisión al interior del mismo Estado. Tal problema que aparece como contradictorio (el ser exterior e interior a la vez es presentado en el pensamiento político de Hegel, en vistas a superar las dicotomías que en la teoría política moderna aparecían como insalvables. Esta superación Hegel la realiza mediante una interiorización de aquellos elementos que anteriormente habían sido marginados de la política, como son lo natural y el dominio privado, los que emergerían en la sociedad civil. En este artículo se exponen estos elementos en vistas a mostrar cómo es en este movimiento de interiorización y exteriorización de ellos donde se posibilita el acontecer de lo político.

  9. Le dodici tesi di Hegel sulla Romanitas

    OpenAIRE

    Rocco Lozano, Valerio

    2015-01-01

    This paper aims to provide an overview on the conceptual role played by the Roman world in Hegel’s philosophy, especially in the Phenomenology of Sprit and the Berlin Lessons on Philosophy of Universal History. Through the analysis of 12 fundamental thesis, it will be systematically shown that the Roman Empire is depicted by the mature Hegel as the realm of irrationality, violence, injustice, and merely formal relations, and that these categories are not only related to a juridical and politi...

  10. Hegel's Concept of Education from the Point of View of His Idea of 'Second Nature'

    Science.gov (United States)

    Zovko, Jure

    2018-01-01

    This article explores Hegels concept of education within the context of his idea of 'second nature'. Hegel believes that institutional life forms, which have been formed through education, culture, technical and social progress, constitute the 'second nature' of human beings. The immediacy of institutional forms which act as humans' 'second…

  11. The Relation between Theory of Justice of John Rawls by Kant\\\\\\'s Ethics and Hegel\\\\\\'s philosophy of Right

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Asgar Dirbaz

    2011-01-01

    "Theory of justice" due to the boroad variety of social sciences, audience many attracted. Readers of this theory found a wide variety of disciplines ranging from psychology and economic to ethical issues. Selected topic for which it repeatedly Rawls in his book and his theory  named the Kantian and did not name in Hegel, the Hegelian's philosophy of Right theory of the hidden angles of this article will focus on, as well as his abut influence on some views Interpreters

  12. O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zelia Ramozzi-Chiarottino

    2013-01-01

    Full Text Available Procuraremos mostrar que o imaginário ocidental a respeito da filosofia cartesiana como um "dualismo" não superado e responsável pela ruptura do homem com cultura e natureza colide com as reais posições do filósofo. Na aurora da filosofia moderna, com Descartes, um dualismo ainda metafísico entre "dois modos da mesma substância" transforma-se num dualismo gnoseológico entre, de um lado, um sujeito do conhecimento científico (sujeito epistêmico, e, de outro, sistemas a serem explicados: corpo humano e natureza, ou seja, sistemas de conceitos bioquímicos e físicos. Assim, a filosofia de Descartes reúne em si o conteúdo filosófico de toda investigação anterior a ela, convertendo-se no centro do qual se irradiam os múltiplos caminhos e tendências da crítica do conhecimento e da filosofia das ciências.

  13. Conversations in African Philosophy | Chimakonam | Filosofia ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 1 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  14. Hegel en la obra y el pensamiento de John Rawls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Soto-Morales

    2013-01-01

    Full Text Available En el presente trabajo se intenta mostrar cómo el filósofo de Berlín ha influido en la elaboración teórica de la justicia política de Rawls. Después de Una teoría de la justicia (1971, debido a la atención que el profesor de Harvard presta a las críticas y a su revisión, hay casi unanimidad entre los estudiosos de su obra en que se da un cambio en la forma de enfocar su doctrina de la justicia como equidad, por lo que a partir de Kantian Constructivism in Moral Theory (1980 se empieza a notar un giro más pragmá- tico y menos universalista que quedará más sólidamente demostrado en Political Liberalism (1993, razón por la que se habla de un “segundo Rawls”. En su obra póstuma Lecciones sobre la historia de la filosofía moral, Rawls hace comentarios principalmente a la Filosofía del Derecho (Grundlinien der Philosophie des Rechts. Naturrecht und Staatswissenschaft de Hegel que dejan entrever la sintonía de ambos pensadores en lo referente al estudio de la realidad social, su tendencia antidualista y su visión del liberalismo clásico, aunque Rawls no abandone por ello el contractualismo. Por otra parte, se hace una breve referencia a la influencia de Hume y Dewey que sirve para terminar de situar el conjunto de pensadores modernos que marcan la teoría rawlsiana tanto en su forma como en su fondo.

  15. The book classification of William Torrey Harris: influences of Bacon and Hegel in library classification

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo de Sales

    2017-09-01

    Full Text Available The studies of library classification generally interact with the historical contextualization approach and with the classification ideas typical of Philosophy. In the 19th century, the North-American philosopher and educator William Torrey Harris developed a book classification at the St. Louis Public School, based on Francis Bacon and Georg Wilhelm Friedrich Hegel. The objective of this essay is to analyze Harris’s classification, reflecting upon his theoretical and philosophical backgrounds. To achieve such objective, this essay adopts a critical-descriptive approach for analysis. Results show some influences of Bacon and Hegel in Harris’s classification.

  16. Back to Hegel? On Gillian Rose's critique of sociological reason.

    Science.gov (United States)

    Fuller, Brian W

    2017-08-22

    Thirty-five years ago, Gillian Rose articulated a significant critique of classical sociological reason, emphasizing its relationship to its philosophical forebears. In a series of works, but most significantly in her Hegel contra Sociology, Rose worked to specify the implications of sociology's failure, both in its critical Marxist and its 'scientific' forms, to move beyond Kant and to fully come to terms with the thought of Hegel. In this article, I unpack and explain the substance of her criticisms, developing the necessary Hegelian philosophical background on which she founded them. I argue that Rose's attempted recuperation of 'speculative reason' for social theory remains little understood, despite its continued relevance to contemporary debates concerning the nature and scope of sociological reason. As an illustration, I employ Rose to critique Chernilo's recent call for a more philosophically sophisticated sociology. From the vantage point of Rose, this particular account of a 'philosophical sociology' remains abstract and rooted in the neo-Kantian contradictions that continue to characterize sociology. © London School of Economics and Political Science 2017.

  17. A Gramatologia, uma ruptura nos estudos sobre a escrita : a Disruption on Written Language Studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mota Sonia Borges Vieira da

    1997-01-01

    Full Text Available A filosofia clássica que, conforme Derrida, vai de Platão a Hegel, concebe a linguagem escrita como representação da fala. Isto significa que à escrita é atribuído um caráter meramente técnico e funcional. O presente artigo focaliza a desconstrução dessa concepção tomando por base a crítica de Derrida às interpretações que reduzem o pensamento de Saussure a uma filosofia da linguagem com características fonocêntricas e, portanto, metafísicas

  18. Mirror for the other: problem of the self in continental philosophy (from Hegel to Lacan).

    Science.gov (United States)

    Gasparyan, Diana

    2014-03-01

    This essay intends to explore the genesis of one of the key concepts in continental philosophy of personalism-the concept of the 'Other. It attempts to use most influential philosophical and psychological contexts to demonstrate how the Self is linked to the Other logically, notionally and conceptually. The present analysis employs two principal approaches to the problem-philosophical and psychological. From the stand point of the former, the key figure of the hereunder discourse is Hegel and his theory, while the later will be represented predominantly by Lacanian ideas. The present article will also discuss major influences of Hegel's philosophical ideas on the Lacan's theory.

  19. Por que rir da Filosofia Política?: Abertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lessa Renato

    1998-01-01

    Full Text Available As diferentes intervenções que compuseram este debate têm como referência comum uma reflexão sobre os lugares da Filosofia Política na tradição disciplinar que designamos como Ciência Política. Recusando a perspectiva que dissocia a Filosofia Política da dimensão empiricamente orientada da disciplina, os argumentos apresentados destacam o papel de fertilização de formas de vida cumprido pela primeira. A agenda dos pesquisadores devotados à boa faina da investigação empírica foi, e segue sendo, em grande medida definida e configurada por exercícios prévios de invenção social e política e por decisões de ordem ontológica, epistemológica e retórica. Neste sentido, a distinção entre ciência e filosofia é, além de obscurantista e marcada por enorme otimismo epistemológico, sintoma de um desconhecimento forte com relação à história do conhecimento político.

  20. TIEMPO E HISTORIA EN LA FENOMENOLOGÍA DEL ESPÍRITU DE HEGEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIS MARIANO DE LA MAZA

    2007-01-01

    Full Text Available Resumen: En este artículo se presenta una interpretación de las tesis fundamentales de Hegel en la Fenomenología del Espíritu acerca de la relación entre tiempo, historia y filosofía especulativa o ciencia. Para Hegel la formación de la conciencia individual hacia la ciencia se conecta con la historia universal, y el concepto de la historia es inseparable del concepto del espíritu. Se distinguen los distintos sentidos del tiempo en la Fenomenología, para centrar la atención principalmente en uno de ellos, que corresponde a la organización fenomenológico-conceptual de la historia. Finalmente, se ofrece una reflexión sobre la cuestión más general de la relación entre filosofía y temporalidad desde una perspectiva actual.

  1. A Dialética do Senhor e do Escravo como Fundamento da Sociologia enquanto Ciência Humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Raskin

    2016-12-01

    Full Text Available O presente artigo busca derivar, a partir da Dialética do Senhor e do Escravo, da Fenomenologia do Espírito de Hegel, a sociologia moderna enquanto ciência essencialmente humana. Assim, a partir do conceito de intersubjetividade que Hegel desenvolve através de sua filosofia do espírito, pretende-se analisar os fundamentos filosóficos dos pensamentos sociológicos de Karl Marx e de Max Weber. Conclui-se, portanto, que tanto o viés revolucionário do Manifesto Comunista, quanto o viés conservador da Ética Protestante, partem, fundamentalmente, do legado filosófico hegeliano.

  2. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 4, No 2 (2015) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  3. Editorial | Chimakonam | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 5, No 1 (2016) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  4. Is African philosophy progressing? | Agada | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  5. Quantification in African Logic | Chimakonam | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  6. Gramsci, o Direito e a Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquim Pacheco Lima

    2016-01-01

    Full Text Available O autor aborda a questão da filosofia do direito a partir da análise do direito e da filosofia na concepção de Antonio Gramsci (1891-1937 no intuito de contribuir na elucidação da realidade social, econômica e política desigual. Os eixos norteadores do pensamento gramsciano para o mundo do direito, tratado pelo autor foram à busca por igualdade, enquanto direito, e sua relação com a política; a hegemonia, direção política e direito; e a democracia e a vontade geral como mediação na relação sociedade política e sociedade civil. O Direito na concepção filosófica e estratégia política de Gramsci, em uma dada sociedade, é um instrumento, conforto e punição, no jogo de dominação e direção dos grupos sociais.

  7. The Relevance of Hegel's Logic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    John W Burbidge

    2007-12-01

    Full Text Available Hegel defines his Logic as the science that thinks about thinking.nbsp; But when we interpret that work as outlining what happens when we reason we are vulnerable to Fregersquo;s charge of psychologism.nbsp; I use Hegelrsquo;s tripartite distinction among understanding, dialectical and speculative reason as operations of pure thought to suggest how thinking can work with objective concepts.nbsp; In the last analysis, however, our ability to move from the subjective contingency of representations and ideas to the pure concepts we think develops from mechanical memory, which separates sign from sense so hat we can focus simply on the latter.nbsp; By becoming aware of the connections that underlie our thinking processes we may be able to both move beyond the abstractions of symbolic logic and clarify what informal logicians call relevance.

  8. O ENSINO DA FILOSOFIA NO BRASIL: CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS E POLÍTICO-LEGISLATIVAS

    OpenAIRE

    Pinho*, Romana Valente

    2014-01-01

    * Doutora em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Professora na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: ensino da filosofia no Brasil: considerações históricas e políticolegislativas é um estudo que visa compreender as condições do ensino da filosofia no Brasil nos dias que correm. Começando com uma análise exaustiva das razões que conduziram a disciplina a ser removida do currículo do ensino médio dura...

  9. Die ästhetische Geburt selbstbefreiter Subjektivität: Hegels dreifache Theorie der klassischen Komödie

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hebing Niklas

    2013-01-01

    Full Text Available Eine Theorie der antiken Komödie entwirft Hegel sowohl in seinem frühen Naturrechtsaufsatz, in der Phänomenologie des Geistes als auch in seinen Berliner Vorlesungen über die Ästhetik. In allen drei Ansätzen steht die Komödie in einer engen Beziehung auf die Tragödie und daher im Zusammenhang umfangreicher politischer, religions- und geschichtsphilosophischer Bestimmungen. In dieser Weise kontextualisiert, arbeitet der Aufsatz Hegels Begriff der dramatischen Gattung des Komischen vor dem Hintergrund der allgemeinen geistphilosophischen Kategorien Sittlichkeit und Substantialität als Ende der klassischen Kunst und zugleich als Entstehung der modernen Subjektivität in ihrer freien Selbstbezüglichkeit heraus. Dabei wird immerzu gefragt, wie die absolutgeistigen Entwicklungen auf dem Gebiet des Ästhetischen objektivgeistige Entwicklungen im Bereich von Staat und Gesellschaft, etwa den in der Komödie bewusst werdenden Untergang des Weltzustands der Polis, aufgreifen und reflektieren. Nicht zuletzt die werkgeschichtliche Dimension von der frühen Position Hegels zum reifen System gibt Aufschluss darüber, dass die Komödienform eine ausgezeichnete Gestalt der Kunst ist, Fragen nach den geistphilosophischen Bruchlinien der Modernität zu verhandeln.

  10. O ensino da história na Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil The teaching of history at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marieta de Moraes Ferreira

    2012-06-01

    Full Text Available Analisa a trajetória do curso de história da Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil entre 1939-1964/1965, enfatizando o período de 1955-1965, quando ocorreu a separação dos cursos de história e geografia, até o início da reorganização das faculdades e institutos dessa universidade. A Faculdade Nacional de Filosofia foi um padrão para as demais faculdades de filosofia do país, bem como uma referência no desenvolvimento da história da educação no Brasil. A abordagem adotada volta-se para o campo da história da historiografia, com enfoque no estudo das trajetórias, instituições e redes de relações.This work analyzes the trajectory of the history course at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil between 1939 and 1964/1965. Special emphasis is placed on the period between 1955 and 1965, when there was the separation of the history and geography courses, through to the onset of the reorganization of the schools and institutes of the university. The Faculdade Nacional de Filosofia was a benchmark for the other schools of philosophy in the country, as well as being a reference in the development of the history of education in Brazil. The approach adopted is geared to the field of the history of the historiography, with a focus on the study of the trajectories, institutions and relationship networks.

  11. La filosofia e l'arte di vivere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Massimo Carboni

    2015-11-01

    Full Text Available L’articolo è l’estratto di un più ampio lavoro ancora in corso. Come Michel Foucault e Pierre Hadot, ognuno dalla propria postazione storico-teorica, ci hanno ricordato, la filosofia antica, ed in particolare quella ellenistica con i cinici e gli stoici, non era solo un discorso ma una concreta pratica di vita, un comportamento esistenziale (che talvolta poteva assumere afferenze “teatrali” proposto come modello per tutti coloro che intendevano raggiungere l’arete. Il testimone di questa “arte della vita” −è la tesi di fondo di questo contributo− non è stato però storicamente raccolto dalla filosofia moderna −impersonale, tecnicistica, professionalizzata− ma dall’ètimo stesso delle correnti più significative delle arti moderno-contemporanee, impegnate non a produrre l’“opera d’arte” nel senso classico-tradizonale del termine, ma a proporre pratiche e modelli di vita creativi. L’esempio che qui abbiamo trascelto riguarda la pedagogia teatrale del famoso regista polacco Jerzy Grotowski.

  12. Relações internacionais na filosofia política moderna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agemir Bavaresco

    2017-02-01

    Full Text Available O presente dossiê apresenta algumas investigações no âmbito das teorias das relações internacionais, a partir da inspiração dos clássicos da filosofia política moderna. Textos mais representativos de Grotius, Bodin, Maquiavel, Hobbes, Bentham, Locke e Kant, vitais para a compreensão da formulação contemporânea das teorias das relações internacionais, foram lidos e analisados pelos professores Agemir Bavaresco e Marcelo Gross Villanova com estudantes pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS, durante o 2º semestre de 2011.

  13. FILOSOFIA E POESIA EM MARIA ZAMBRANO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cícero Cunha Bezerra

    2011-06-01

    Full Text Available Maria Zambrano é a intelectual espanhola mais importante do século XX. Discípula de Ortega e Zubiri, Zambrano foi capaz de captar o que melhor possibilitaria à formulaçáo de um pensamento, ao mesmo tempo, autônomo e profundo com relaçáo aos seus mestres. Republicana, enfrentou os horrores da Guerra civil espanhola e suas conseqüências sem, no entanto, deixar-se abater. Foi precisamente no exílio que nasceu a obra de que tratarei neste artigo: Filosofia e poesia (México: Fundo de Cultura, 2000. Meu objetivo maior é demonstrar, à luz do pensamento de Zambrano, em que medida é possível o postulado de uma razáo poética capaz de superar a ruptura estabelecida, com o surgimento do pensamento filosófico entre irracionalidade (poesia e razáo (filosofia, contribuindo, assim, para o estabelecimento de um campo comum em que o pensamento filosófico, mais do que expressáo das estruturas últimas da realidade (o Ser, é criaçáo e abertura para o inesperado (Devir.

  14. Idea of African numeric system | Chimakonam | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  15. The Dimensions of African Cosmology | Kanu | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  16. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  17. Hegel y Aristóteles: Una lectura de Metafísica XII, 7,1072b 18-30

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Xavier López-Farjeat

    2013-11-01

    Full Text Available The author does a hegelian interpretation of Metaphysics XII, 7, 1072b 18-30, passage with which the Encyclopedia of the Philosophical Sciences concludes. Here are drawn the relations and similitudes that exist between Aristotle's Unmoved Mover and Hegel's Absolute. In order to understand in which points both thinkers coincide when describing divine thought, it is highly important to analyze the notions of thought, movement, power, act, concept, object, material substance, formal substance and suprasensible substance. The interpretative turn that Hegel does of Metaphysics and the comparative reading here offered, point towards a better understanding of the nature of the Unmoved Mover and the Absolute.

  18. A Crítica da Economia Política e a Nova Dialética: Marx, Hegel e o Problema da Tese da Homologia de Christopher J. Arthur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elena Louisa Lange

    2017-02-01

    Full Text Available Nos últimos anos, a Nova Dialética de Christopher J. Arthur tem tido um forte impacto sobre os estudos de Marx no mundo anglófono, destacando a correlação da dialética sistemática de Hegel (não histórica com a obra central de Marx, O Capital, e, especialmente, na teoria de Marx da forma de valor. Ele afirma que as categorias da Lógica de Hegel e aquelas do início de O Capital de Marx mostram uma homologia impressionante [...] à luz de algum trabalho de reconstrução menor. (Arthur, 2004, p. 4. Este ensaio critica a leitura de Arthur de Marx e, especialmente, de Hegel contra o background das importantes contribuições para os estudos de Hegel das últimas décadas. Estes estudos foram pioneiros na teoria da dialética e na teoria das categorias, na sistematização da estrutura antinômica do conceito e o problema do pressuposto semântico-pragmático (semantisch-pragmatischer Präsuppositionsbegriff da exposição científica. Não obstante o seu caráter fundamental para um tratamento erudito e para a compreensão da dialética de Hegel, essas abordagens estão ausentes na intervenção de Arthur. Isto, como será mostrado, tem graves consequências para 1 a leitura de Arthur da Lógica de Hegel, 2 a aplicação de Arthur da dialética de Hegel para a apresentação da forma de valor de Marx e 3 a suprassunção de Marx em Hegel desenvolvida por Arthur. Será argumentado que o não-reconhecimento de Arthur do método dialético de Hegel também afeta negativamente o entendimento de Arthur do escopo e intenção do projeto crítico de Marx, especialmente a necessária relação interna entre trabalho abstrato, valor e dinheiro no início de O Capital vol. 1.

  19. From hostility to hope: Beauvoir's joyful turn to Hegel in The Ethics of ...

    African Journals Online (AJOL)

    Beauvoir shares Hegel's optimism that individuals can sublate their naïve solipsism. She associates reciprocal recognition between subjects with ethical freedom, which she distinguishes from Sartre's concept of freedom. From the analysis of ethical freedom it is concluded that both conflict and friendship are side-effects of ...

  20. Construção do conhecimento e ensino de ciências: papel do raciocínio analógico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Adolfo Terrazzan

    2002-02-01

    Full Text Available O texto parte de uma reflexão sobre a necessidade de se questionar a banalidade do mundo a partir das pressuposições filosóficas. Na comparação com o saber científico, Hegel, Marx e Richard Rorty são utilizados como exemplos do genuíno espírito filosófico, capaz de nos distanciar do mundo para melhor admirá-lo nos seus múltiplos aspectos. A fidelidade ao espírito filosófico conduz à necessidade de ensinar a filosofia. A didática da Filosofia não serve para retirar o rigor da tarefa filosófica. Grandes pensadores, como Descartes, souberam escrever para os eruditos e para o grande público. Embora haja características diferenciadas em cada tipo de publicação, não deixam nada a desejar tanto para o ensino, como para a didática, e muito menos para a própria Filosofia. Palavras-chave: Filosofia, ensino, didática.

  1. O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural

    OpenAIRE

    Zelia Ramozzi-Chiarottino; José-Jozefran Freire

    2013-01-01

    Procuraremos mostrar que o imaginário ocidental a respeito da filosofia cartesiana como um "dualismo" não superado e responsável pela ruptura do homem com cultura e natureza colide com as reais posições do filósofo. Na aurora da filosofia moderna, com Descartes, um dualismo ainda metafísico entre "dois modos da mesma substância" transforma-se num dualismo gnoseológico entre, de um lado, um sujeito do conhecimento científico (sujeito epistêmico), e, de outro, sistemas a serem explicados: corpo...

  2. Românticos, os seres anfíbios: entre a crítica de Kant e a síntese de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Duarte de Andrade

    2010-06-01

    Full Text Available This article seeks to understand the philosophical situation of some authors whose lives and thoughts were between Kant and Hegel. This age was called German Romanticism. Among its first authors, were Friedrich Schlegel and Novalis, besides Hölderlin. These thinkers sought to overcome Kant’s criticism of all philosophical knowledge that intended to reach the absolute truth, the way things are in themselves. This process, however, was never completed for them – as happened later with the system of Hegel, for whom contradictions would only be accepted as the steps of what he called dialectic, whose essence was, in the end, to resolve them in the figure of synthesis. Finite limitation of man before the whole of being, as it was established by Kant, was left behind with Hegel. Schlegel, Novalis and Hölderlin were not satisfied with the criticism of Kant, but neither did they believe in the synthesis of Hegel. They seem to suggest another path to Western modernity, which is not taken by the fury of Hegelian absolute knowledge without awaking it every time with the Kantian critical consciousness and is not content with this critical consciousness without dreaming with the absolute. This path is what this article seeks to understand.

  3. Hegel und die Opferung der Philosophie: Dialektik der Ästhetik und Politik

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovanov Rastko

    2013-01-01

    Full Text Available Dem Aufsatz liegen folgende Fragen zugrunde: Ist es gerechtfertigt, vom Erbe der tragischen Darstellung des Kampfes im Hegelschen Begriff der Philosophie und insbesondere in seiner Konzeption der Dialektik als Bewegung und Geschichtlichkeit des absoluten Geistes zu sprechen? Hat der Versöhnungsbegriff Hegels, der am konkretesten innerhalb des philosophischen Gedankens ausgeführt wird, bestimmte Folgen auch für den Begriff der Philosophie selber? Opfert sich die Philosophie einer endlichen Äußerlichkeit oder bedarf sie selbst eines Opfers, um das philosophische System als solches zu vervollständigen? Kann man auch heutzutage die geschichtlich-politischen Ereignisse und die Vergehen des Rechts als tragisch darstellen und betrachten? Vermag es die Politik noch immer (wie in der Moderne, die Rolle des Schicksals in der griechischen Tragödie zu übernehmen? Auf solche Fragen werden hier keine endgültigen Antworten gegeben, es wird vielmehr der Rahmen für weitere Betrachtungen bereitgestellt - innerhalb oder außerhalb der Philosophie Hegels. [Projekat Ministarstva nauke Republike Srbije, br. 179049: Politike društvenog pamćenja i nacionalnog identiteta: regionalni i evropski kontekst

  4. On the sources of African philosophy | Kanu | Filosofia Theoretica ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 1 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  5. Editorial | Editor-in-Chief | Filosofia Theoretica: Journal of African ...

    African Journals Online (AJOL)

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religions. Journal Home · ABOUT THIS JOURNAL · Advanced Search · Current Issue · Archives · Journal Home > Vol 2, No 2 (2013) >. Log in or Register to get access to full text downloads.

  6. Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and ...

    African Journals Online (AJOL)

    From 2018, the journal will begin to publish a third issue which will be a bi-lingual edition in both French and English languages. Filosofia Theoretica provides outlet for well researched and original papers in the following areas of African studies: philosophy, culture, religions, history and arts. It also publishes book reviews.

  7. "USO POLÉMICO DA RAZÃO", OU "PAZ PERPÉTUA EM FILOSOFIA"? SOBRE O PENSAMENTO ANTINÓMICO E O PRINCÍPIO DE ANTAGONISMO EM KANT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonel Ribeiro dos Santos

    2014-01-01

    Full Text Available Fazendo a leitura cruzada de um tardio ensaio de Kant – Anúncio da próxima assinatura de um tratado para a paz perpétua em filosofia (1796 – e da segunda secção do primeiro capítulo da Teoria Transcendental do Método da Crítica da Razão Pura, que leva o título "Disciplina da razão pura em relação ao seu uso polémico", tenta-se identificar e compreender a aparente contradição do programa da crítica kantiana da razão, o qual, se, por um lado, se anuncia com a intenção de resolver os intermináveis conflitos que têm lugar na arena da razão pura, superando o escândalo das aparentes contradições da razão consigo mesma e estabelecendo, enfim, a "paz perpétua em filosofia", por outro, conduz-se mediante um procedimento dialéctico inspirado na retórica judicial, fazendo apelo a um "uso polémico da razão pura", como sendo a forma mais adequada e, na verdade, segundo o filósofo crítico, a única disponível, para neutralizar, seja as pretensões do dogmatismo, seja as do cepticismo a propósito das questões metafísicas. Ao mesmo tempo que a nossa reflexão nos leva a caracterizar a pax philosophica kantiana e as pressupostas homologias entre a solução dos conflitos políticos e a dos conflitos especulativos, chega-se por ela também a reconhecer que toda a filosofia kantiana está originariamente determinada por uma concepção agónica da vida, da sociedade humana, do cosmos, da própria razão.

  8. DEMOCRACIA E FILOSOFIA COMO LEGADOS CULTURAIS GREGOS: QUANDO PASSADO E PRESENTE SE ENCONTRAM

    OpenAIRE

    Orlovski, Alessandro; Jabur, Ana Maria Ribeiro Tanajura; FFCL de Ituverava

    2013-01-01

    RESUMO: O presente artigo pretende contribuir para a avaliação do legado cultural que o Ocidente recebeu da civilização grega antiga, principalmente a democracia e a filosofia. Evidencia que o conhecimento, algo tão procurado nos nossos dias, recebeu com a filosofia uma metodologia totalmente nova, já que só na Grécia Antiga ele foi visto como fim em si mesmo. Quanto à democracia, o artigo aponta as limitações históricas dessa primeira experiência, enfatizando, entretanto, a força da inova...

  9. Noções de vida na filosofia de juventude e maturidade de Nietzsche

    OpenAIRE

    Melo , Eder David de Freitas

    2013-01-01

    Nesta pesquisa, o objeto de estudo é o conceito de vida na filosofia de Friedrich Nietzsche. Temos como hipótese interpretativa que a obra nietzscheana pode ser concebida como uma filosofia sobre a vida, sendo que um sutil e valioso eixo nevrálgico disso se mostra em questionamentos sobre o sentido do sofrimento e da finitude. Na primeira parte da pesquisa, delimitamos o estudo na interpretação nietzscheana da tragédia grega em seus escritos de juventude. Isso, com vistas à compreensão da sab...

  10. La subjetividad en la filosofía clásica alemana de Kant a Hegel. Una panorámica a modo de programa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Klaus DÜSING

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: Tras un esbozo de críticas recientes, el artículo analiza el concepto de subjetividad en la filosofía alemana clásica. Se señala que la apercepción pura en Kant es el principio de la lógica formal sin rastros de psicologismo, y que Kant ofrece las determinaciones básicas de la apercepción pura y de su «Yo pienso». Fichte continúa el problema de la relación entre lógica y subjetividad, y apuesta por la prioridad de la subjetividad. Su estructura se explica en detalle en una historia sistemática de la autoconciencia. Se muestra que éste es un nuevo programa idealista, que es desarrollado mucho más en la filosofía del joven Schelling. La subjetividad de acuerdo con este último programa se explica como un sistema dinámico de facultades y de estados del sujeto; por ello, la subjetividad no se fija en la relación sujeto-objeto y no se expone a la objeción de circularidad. Esto también es válido para Hegel en su «Fenomenología del Espíritu», que es esencialmente tal historia sistemática de la autoconciencia. El propósito final en Fichte es la voluntad moral; en Schelling, el genio estético; en Hegel, el conocimiento absoluto, el cual se expone en un orden sistemático de categorías, que Hegel echa de menos en Kant. En estas categorías, de acuerdo con Hegel, la subjetividad se piensa a sí misma.ABSTRACT: After a sketch of modern critics is analysed the concept of subjectivity in classical Germán philosophy. It is pointed out that puré apperception in Kant is the principie of formal logic without any psychologism, and that Kant gives basic determinations of puré apperception and its «I think». In Fichte is continued the problem of the relation between logic and subjectivity, and he votes for the priority of subjectivity. Its structure is explained in detail in a systematic history of self-consciousness. It is shown that this is a new idealistic program, that is further developed in the philosophy of the

  11. Aut Caesar, aut nihil! La presencia de la romanitas en el primer escrito de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valerio Rocco Lozano

    2009-08-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2009v8n2p255 El rol conceptual desempeñado por el mundo romano en la obra de Hegel, y en concreto en los escritos dejuventud, constituye una dimensión necesaria no sólo para comprender su recepción de la cultura clásicay su reacción a determinados acontecimientos de la época, como la Revolución francesa, sino tambiénpara explicar su evolución política desde posiciones republicanas y francófi las hasta el pensamiento demadurez. La Unterredung zwischen Dreien, el primer texto de Hegel, infl uido por las lecturas juvenilesde Shakespeare, Schiller y Rousseau, y comprometido con los valores del republicanismo prerrevolucionario,es el más claro ejemplo de la importante presencia de las refl exiones sobre Roma en el autorde la Fenomenología.

  12. Work, recognition and subjectivization: some remarks about the modernity of Kojève’s interpretation of Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richard Sobel

    2015-05-01

    Full Text Available From the analytical point of view of Hegel's philosophical anthropology, in Kojève's interpretation, work is an existential structure through which the dual process of subjectification and socialization unfolds. For Hegel, however, this process is not taken for granted: its possibility is understood in terms of the culmination of man's conquest of humanity, taking as a point of departure the relation of mastery to servitude and the undertaking to transform this relation precisely from within the perspective of servitude. The goal of this article is to reconstruct the conceptual framework of this philosophical moment, to our mind an indispensible precondition for the apperception of our modern societies' functioning at the most fundamental level, to the extent that they consider themselves to be ‘work based societies.’

  13. Brecht, Hegel, Lacan: Brecht's Theory of Gest and the Problem of the Subject

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Philip E. Bishop

    1986-01-01

    Full Text Available Brecht used the term "gest" to describe the generic components of human social behavior. He schooled actors in "decomposing" real conduct into distinct gestic images, which were criticized, compared, and altered by other actor-spectators. In his pedagogic theater, Brecht's young players engaged in a reciprocal process of acting and observing, which prepared them to act critically outside the theater. This gestic reciprocality echoes the master-slave dialectic in Hegel's Phenomenology and Lacan's description of the mirror phase. In Hegel, a subject achieves mastery (or self-consciousness through the recognition of another subject. In Lacan, the infant recognizes itself in an (alienated mirror-image and in its dramatic interactions with other infants. In each of these inter-subjective dialectics, the subject achieves sovereignty through the recognition of others and through a dramatic exchange with others. For Brecht, however, the structural roles of actor and spectator, teacher and student, were reversible, thus yielding a utopian notion of shared or collective sovereignty that is absent from Lacan. Furthermore, Brecht hoped that the sovereignty gained in the gestic theater would be transferred to actions outside the theater, on the stage of history.

  14. Hegel and Dessalines: Philosophy and the African Diaspora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Jenson

    2010-12-01

    Full Text Available [First paragraph] Hegel, Haiti, and Universal History. Susan Buck-Morss. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2009. xii + 164 pp. (Paper US$ 16.95 Universal Emancipation: The Haitian Revolution and the Radical Enlightenment. Nick Nesbitt. Charlottesville: University of Virginia Press, 2008. x + 261 pp. (Paper US$ 22.50 These two books have relaunched universal history – not without controversy– as a dominant trope in the fields of colonial history and postcolonial theory. They have also highlighted tensions around the application of a Hegelian philosophical genealogy to Haiti, the first self-emancipated black postcolony, the state ghettoized as “the poorest country in the Western hemisphere,” and now the embattled zone of recovery from the catastrophic earthquake of January 2010.

  15. La filosofia a partire dall'archivio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matteo Angelo Mollisi

    2017-07-01

    Full Text Available L’intento di questo contributo è accennare a come la considerazione dell’influenza esercitata da Spinoza sul pensiero di Sini rappresenti un punto di partenza privilegiato per intendere la concezione che quest’ultimo ha della pratica filosofica. A partire dalla lettura siniana dell’Etica, per come è svolta all’interno di Archivio Spinoza. La verità e la vita, vengono toccati temi quali l’esercizio filosofico, il «limite» e la «logica del finito», il rapporto tra soggetto e oggetto e, soprattutto, il nucleo etico della filosofia.

  16. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 2. Final 2docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 391. THE QUEST FOR THE NATURE OF BEING IN AFRICAN. PHILOSOPHY. Kanu, Ikechukwu Anthony (OSA). Department of Philosophy. University of Nigeria, Nsukka ikee_mario@yahoo.com. 1. Introduction. The fundamental question within the ...

  17. FILOSOFIA THEORETICA FORMATED Vol 2 No. 2. Final 2docx

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    Filosofia Theoretica: Journal of African Philosophy, Culture and Religion. 409. QUANTIFICATION IN AFRICAN LOGIC. Jonathan M. O. Chimakonam Ph.D. Department of ... From Frege to Godel: A Source Book in Mathematical Logic,. 1879-1931. Ed. Heijenoort, van. Jean. Cambrigde: Harvard University Press, 1967. Print.

  18. Ensino de Filosofia em espaços não formais: notas de uma experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Cristiane Pinto

    2015-11-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644415857Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados do projeto de extensão “Ensino de filosofia em espaços não formais”, explicitando basicamente os processos de sua execução em termos práticos tanto quanto os desdobramentos filosóficos de seu transcorrer. Em princípio a ideia geral do projeto consistiu em criar um espaço dedicado às possibilidades de experiência com o filosofar que produzisse aos participantes um modo de relação com a filosofia diferente daquele estabelecido em ambientes formais como, por exemplo, a instituição escolar. Devido às experiências anteriores no que se refere ao ensino de filosofia demarcado pelas formalidades institucionais, procuramos transbordar esses espaços convertendo o ensino clássico em uma dimensão dialógica de aprendizagem e de criação de novos espaços de pensamento. Respaldados pelas contribuições filosóficas de Gilles Deleuze e Jacques Rancière, procuramos desterritorializar o ensino da filosofia de sua tradição histórica, afirmando-o eventualmente nas potencialidades criativas do pensar, na contingência das afecções, no encontro com os signos. Em síntese, a escrita deste texto nos permite explorar algumas implicações daquilo que projetamos e do que vivenciamos doravante nossa própria construção de sentido acerca do ensinar e do aprender filosofia, principalmente do que significa pensar filosoficamente.

  19. Lo romántico y el romanticismo en Schlengel, Hegel y Heine. Un debate de cultura política sobre el arte y su tiempo.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javeir Dominguez Hernández.

    2009-12-01

    Full Text Available Given their literary and philosophical achievements, German Romanticism and German Idealism enjoy a good reputation, cove-ring up the political and ideological virulence that its main protagonists – such as Schlegel, Hegel and Heine – had to face. This article distinguishes between Romantic and Romanticism. Schlegel devised a typology of Romantic art. This European art form, which developed under the preserve of Christianity, gradually lost its sacred character as it became modern. Romanticism, well characterized by Heine`s “Romantic School,” is the conversion of this Romantic aesthethic into a medievalizing and conservative ideology in the context of a political culture hostile to German Enlightenment, which was criticized by Heine for historical, political and social reasons, and by Hegel for philosophical reasons. In terms of philosophy, the Romantic thought criticized by Hegel was not that of Schlegel but that of Schelling.

  20. A filosofia e os anos 1960

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Duarte de Andrade

    2012-06-01

    Full Text Available O ensaio aponta a relação da filosofia com os anos 1960, tendo em vista os cruzamentos entre idéias então produzidas e aquele momento histórico. O método empregado alia interpretação histórica e interpretação filosófica, com destaque para alguns autores, como Herbert Marcuse e Michel Foucault. Conclui-se que o pensamento dos anos 1960 cunhou também uma concepção nova do que seria a própria atividade de interpretar, fatos ou idéias.

  1. Agentes morais e a identidade da filosofia de Hume

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Williges

    2011-12-01

    Full Text Available A interpretação padrão da filosofia de Hume o apresenta como um cético radical acerca das pretensões da razão em fundamentar adequadamente nosso sistema de crenças e, ao mesmo tempo, como um naturalista que procurou sustentar que nossas crenças, embora racionalmente infundadas, não podem ser abandonadas na vida comum, em função da ação de sentimentos e impulsos naturais. Este trabalho pretende mostrar que o naturalismo de Hume pode e deve ser interpretado como uma metodologia de abordagem de conceitos filosóficos (ideias e crenças, no vocabulário de Hume que incorpora elementos irrefletidos da vida comum (como sentimentos e impulsos naturais e atribui a tais elementos o mesmo estatuto teórico que processos abstratos como raciocínios e argumentos. Uma filosofia que legitima mecanismos não-reflexivos no tratamento de problemas filosóficos é chamada por Hume de "filosofia verdadeira". Tal espécie de filosofia é incompatível com formas radicais de ceticismo, pois mecanismos irrefletidos que originam ideias são imunes à dúvida. Para exemplificar as teses aqui defendidas e tornar minha caracterização do naturalismo mais convincente, faço uma rápida descrição, ao final do artigo, da abordagem abrangente dos agentes morais por Hume.The standard interpretion of Hume's philosophy presents him both as a radical skeptic regarding rational claims about the adequate foundation of our belief system and as a naturalist who maintained that our beliefs (though rationally ungrounded cannot be given up in ordinary life, due to natural drives and sentiments. This paper purports to show that Hume's naturalism can and should be interpreted as a method for addessing philosophical concepts (ideas and beliefs,to use Hume's jargon that incorporates unreflected elements ofordinary life (such as natural sentiments and drives and assigns to them the same theoretical status that abstract processes such as reasons and arguments have. A

  2. The notion of Threshold: an investigation into conceptual accompaniment in Aristotle and Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jason Carter

    2010-04-01

    Full Text Available What is unique to the idea of a threshold is that it is a threshold’s proper definition to generate or signal an inevitable accompanying image of a surrounding boundary or a further field of exploration, even though these accompanying terms or images seem like they should be excluded from its definition. Hegel described this phenomenon of the movement from a concept’s definition to its accompanying terms as the determination of a concept through ‘negation’, and viewed such a method as central to philosophical insight. However, what is not usually noted is that Hegel’s notion of negation is both crucially related to Aristotle’s thought on how definitions are formulated, as well as his postulations about opposites and their connection through a third substantial thing. Through a close examination of the problem of Aristotle’s categories, along with Aristotle’s description of the differentiae, movement, and the meaning of the copula, we can demonstrate that Aristotle’s thinking is at core structured by non-binary ‘threshold concepts’ which are essential to his philosophical system. Finally, we will show how Hegel attempted to take these essentially structural threshold concepts in Aristotle and turn their function into a methodology for both thought itself as well as the philosophical determination of the categories of being.Ce qui est particulier à l’idée de seuil c’est que c’est sa propre définition de générer un contour conceptuel qui va vers un autre champ d’exploration, même si ces images de contour semblent devoir être exclues de sa définition. Hegel a décrit ce phénomène du mouvement de la définition d’un concept vers les termes qui l’accompagnent comme la détermination d’un concept à partir de sa « négation » et a considéré cette méthode comme fondamentale à toute approche philosophique. Ce texte explore le fait que la notion hégélienne de la négation remonte aux idées d

  3. Esencia y apariencia. Observaciones sobre su relación en el inicio de la doctrina de la Esencia en la Ciencia de la Lógica de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Serey

    2017-02-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo consiste en mostrar la necesidad de la inclusión del pensamiento consagrado a la apariencia (Schein en el segundo libro de la Ciencia de la Lógica, en la medida en que representa el enfrentamiento entre la esfera del ser y la de la esencia. Esta relación es a su vez la relación entre la inmediatez del ser y la mediación de la esencia, donde se puede encontrar de manera bien articulada el problema que se le presenta a Hegel para asumir la inmediatez en la mediación que corresponde a la esencia. Sólo cuando a la apariencia le sea reconocida una forma de negación que no sea sólo la de autorreferencia, sino también de relación con otro, se podrá hablar de una reconstrucción del concepto de apariencia que permita comprender tanto la necesidad de sus inclusión en el curso lógico, como también su asunción en la esencia.

  4. Erscheinen e Scheinen: uma questão de aparência na Ciência da Lógica de Hegel a partir de uma leitura marxista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greice Ane Barbieri

    2017-02-01

    Full Text Available O presente artigo teve como mote leituras introdutórias a alguns escritos de Marx e, nesse sentido, tem um tom muito mais questionador do que afirmativo no que concerne a este autor. Ao mesmo tempo, a leitura de Marx acaba por impulsionar algumas reflexões sobre dois conceitos importantes para a Lógica da Essência (segundo livro da Ciência da Lógica, a saber, o de Schein e Erscheinung e sua interpretação marxiana. Marx faz o diagnóstico de fenômeno moderno: o do desaparecimento da esfera pública em favor da esfera privada, preocupada com a produção e o sistema de carências. E este sistema de carências, impondo-se isoladamente, mostra-se inessencial a uma natureza peculiarmente humana. Mas essa é uma visão parcial das instituições humanas. Nesse ponto, seria importante, então, lembrar o que Hegel tem a nos dizer sobre a aparência e o aparecimento enquanto categorias lógicas. A partir desse ponto, o artigo visa fazer uma exposição de ambos os conceitos de forma a ressaltar a natureza dual das manifestações da essência humana.

  5. Private is (not public: About Antigone’s mourning voice and its echo in Hegel and Kierkegaard

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stevanović Lada

    2013-01-01

    Full Text Available This paper presents a rereading of the interpretations of Antigone by Hegel and Kierkegaard on the grounds of research of Sophocles’ text and its performance in Athenian theatre in the context of socio-political climate of the fifth century Athens. Focus is placed on the political aspect of theatre, as well as on the figure of Antigone, her voice and her action, which is the subject recognized by Hegel. However, what this interpretation lacks is the notion that Antigone is political and not pre-political figure. This political aspect reveals itself within the research of ancient Greek lamentation and funeral ritual as an exclusively female practice in ancient Greek tradition, which was subjected to regulations and control in particular by the law of Solo (6th ct. BC. However, new political organization was not based on family relation and aristocratic clans, as before, but exclusively on political bodies. So, for example the vendetta, which was formulated by women during the lamentation, was banned by law. Still, in spite of many laws and regulations by the state, and later on (in the Byzantine period the church, women in Greece succeeded in keeping their important position in all the practices around the dead, almost until the end of the XX century. So, we see the example of traditional practice that functions on the margins of the society endangering and controlling its official political structure in pre-modern societies. What are the echoes of the political figure of Antigone, as a woman in charge of the family funeral duties, in the text of Hegel and in the text of Kierkegaard. Where is her voice? And does she act politically or privately? [Projekat Ministarstva nauke Republike Srbije, br. 177026: Kulturno nasleđe i identitet

  6. Hegel leitor de deleuze: uma perspectiva crítica da ontologia afirmativa a partir das objeções a spinoza na ciência da lógica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julián Ferreyra

    2013-06-01

    Full Text Available Este artículo se propone realizar un abordaje crítico de la ontología afirmativa de Gilles Deleuze a partir de las objeciones realizadas por Georg Hegel a Spinoza en su Ciencia de la lógica. La hipótesis de trabajo es que, dada la herencia spinozista del pensamiento de Deleuze, estas críticas pueden resultar pertinentes para reflexionar sobre algunos puntos fundamentales. De esta manera, se intenta contrariar la habitual tendencia de los estudios deleuzianos de trabajar en una clave anti-hegeliana, es decir, a partir de una separación teórica total con la problemática de Hegel. Se descarta la posibilidad de centrar las críticas de Hegel en torno a la sentencia "omni determinatio est negatio" o la imposibilidad de progresar desde la afirmación absoluta (por lo que el verdadero comienzo en Spinoza -y por tanto en Deleuze- sería la mera realidad empírica donde los elementos se vinculan de manera extrínseca, es decir, sin concepto. El punto de inconmensurabilidad es que Hegel afirma que es necesario que exista un movimiento de retorno (zurürckkehren para que la afirmación no se degrade al punto de la disolución, mientras que Deleuze prefiere el movimiento de eterno retorno (ewige wiederkunft como apertura insistente en el porvenir.Este artigo se propõe a realizar uma abordagem crítica da ontologia afirmativa de Gilles Deleuze a partir das objeções realizadas por Georg Hegel a Spinoza em sua Ciência da Lógica. A hipótese de trabalho é que, visto que o pensamento de Deleuze tem uma herança spinozista, essas críticas podem resultar pertinentes para refletir sobre alguns pontos fundamentais. Desta maneira, tenta-se contrariar a habitual tendência dos estudos deleuzianos de trabalharem em um espírito anti-hegeliano, isto é, a partir de uma separação teórica total com a problemática de Hegel. Descarta-se a possibilidade de centrar as críticas de Hegel em torno à sentença "omni determinatio est negatio". Também parece

  7. Ensino de filosofia para não-filósofos. Filosofia de ofício ou ofício de professor: os limites do filosofar Philosophy teaching for non philosophers. Philosophy of occupation or teacher's occupation: the limits of philosophizing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pelloso Gelamo

    2007-04-01

    Full Text Available O presente artigo é o resultado de um pensamento filosófico acerca do ensino de filosofia. O principal objetivo de nossa pesquisa foi entender o que faz o filósofo quando seu ofício é ser professor de filosofia. Para tal, utilizamos como referencial teórico-metodológico o pensamento de Foucault para pensar o filósofo-professor de filosofia em seu lócus - ensino de filosofia - enquanto uma ontologia do presente, e o pensamento de Deleuze e Guattari para indicar uma possível maneira de entender esse ofício de professor que acreditamos se dar em um fazer artístico, filosófico e científico.This paper is the result of a philosophical thinking about philosophy teaching. The main goal of our research was to understand what philosophers do when their occupation is to teach philosophy. To do so, we used Foucault's thoughts as a theoretic-methodological framework to think the philosophers-teachers of philosophy in their locus - philosophy teaching - as an ontology of the present, and Deleuze and Guattari's thoughts to point out a possible way to understand this teacher's occupation, which, we believe, happens in an artistic, philosophical and scientific manner.

  8. The Being in Thomas Aquinas and Hegel from Cornelio Fabro’s perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian BENAVIDES

    2015-02-01

    Full Text Available The names of Thomas Aquinas and Hegel have a prominent place in the history of philosophy. Their metaphysical conceptions rise as two large monuments that summarize the whole culture and thought of an Era. Cornelio Fabro considers that they both have two clearly defined speculative positions which deserve special confrontation with regard to the central problem of Metaphysics: the problem of Being. The present paper aims to show the innovative interpretation of these two great authors made by the Italian philosopher, in order to re-evaluate his exegesis and speculative reflection.

  9. Contemporary Hegelian Scholarship: Robert Stern’s Holistic Reading of Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paniel Reyes Cardenas

    2015-12-01

    Full Text Available This is a monographic presentation in which the author depicts the guidelines of Professor Robert Stern’s interpretation of Hegelian Metaphysics by emphasizing in its characteristic holistic reading. The proposal is that some key fundamental topics of Hegelian scholarship will emerge with a clarified understanding after this reading: the concept of Truth and absolute knowledge are reassessed by showing the necessary connection of Epistemology and Metaphysics in Hegel. Hegelian Metaphysics, accordingly, appears ultimately as the principle for a reading of Hegel’s entire philosophy and illuminates its nature of general metaphysical inquiry. Finally, this reading allows drawing on the connection of Hegel’s Idealism with the Pragmatist tradition initiated by Peirce.

  10. Hegel and the question of postmetaphysical thinking: A study on Heidegger’s and Adorno’s reception of Hegel’s

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier Fabo Lanuza

    2013-11-01

    Full Text Available The contemporary reception of Hegel’s concept of negativity is shaped by an effort to disentangle the above said concept from its function within the construction of absolute idealism. Such is the main operation with which, of different way, Heidegger and Adorno coincide. What tries to be shown is, nevertheless, that far from overcoming Hegel, this operation liberates, rather, the conditions of not unilateral access to the genuine Hegelian concept of negativity, and that in this effect the Adornian and Heideggerian reconstruction of the negativity are complementary. The reading of Hegel which becomes thus possible should cast, at the same time, a new light on the conflict between dialectics and hermeneutics within the battlefield of post-metaphysical thinking, and insofar a starting point from which to revisit the Kantian question concerning the problem of metaphysics.

  11. Paideia e filosofia nos Moralia de Plutarco: o De liberis educandis e o De Iside et Osiride, isto é, quando o pedagogo prepara o estudante para ser filosofo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ennio Sanzi

    2014-07-01

    Full Text Available O De liberis educandis e o De Iside et Osiride podem ser relacionados na acepção da educação de ambos os opúsculos. De fato, no primeiro se analisa as condições básicas para fazer de um estudante um filosofo; no segundo se demonstra o comportamento que precisa ter uma pessoa educada pela filosofia ao relacionar-se a um culto que está colocado fora da tradição religiosa grega. É somente graças à formação filosófica que é possível colher o sentido profundo de uma mitologia que parece tão diferente daquela grega. De fato, trata-se de um mito estrangeiro, absurdo e que, todavia, esconde na trama do relato, o conceito do dualismo que somente uma interpretação filosófico-alegórica permite de atingir.

  12. Ensino de filosofia e cidadania nas ''sociedades de controle'': resistência e linhas de fuga Philosophy teaching and citizenship in ''societies of control'': resistance and lines of flight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Gallo

    2010-04-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo problematizar as relações entre ensino de filosofia e cidadania na sociedade contemporânea. Assume a caracterização de Lipovestky dos ''tempos hipermodernos'', baseados na hiperbolização dos três eixos da modernidade: o mercado, o indivíduo e a eficiência técnica. A forma política predominante é aquela que Deleuze denominou de ''sociedades de controle'', operando segundo a lógica da biopolítica, desvendada por Foucault. Recorre a Rancière para mostrar que, nessas sociedades, vivemos mais no âmbito da polícia, como administração do social, do que da política, como acontecimento de uma ruptura. Interroga-se: em que consiste a cidadania? Em afirmar essa sociedade de controle ou em opor resistências a ela, traçando linhas de fuga? Para pensar um ensino de filosofia que seja a prática do pensamento autônomo e criativo, o artigo escolhe a segunda opção, propondo um ensino de filosofia que enxameie saídas, que crie armas de resistências e criação.This paper is aimed at problematizing the relations between philosophy teaching and citizenship in the contemporary societies. It takes Lipovetsky's concept of ''hypermodern times'', based on the hyperbolization of the three axes of modernity: the market; the individual and technical efficiency. The prevailing political form is the ''societies of control'', to use a Deleuzian concept, which works with the biopolitical logics, unveiled by Foucault. The author draws on Rancière's thoughts to show that, in these societies, we live under the social administration of the police, rather than in the field of politics, as in a disupting event. We then ask: what is citizenship? Is it the affirmation of this society of control or a resistance to it, with subjects finding their way out? In order to think about philosophy teaching as practice of autonomous and creative thinking, this paper takes the second option, proposing the teaching of philosophy as

  13. Hume e os propósitos da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Ribeiro Balieiro

    2011-12-01

    Full Text Available Hume é geralmente visto como um filósofo que, além de defender princípios céticos, pretendeu oferecer uma nova fundação para as ciências, baseada no estudo minucioso da natureza humana. De fato, não há dúvidas de que esse seria, para ele, um dos principais propósitos a que sua filosofia precisava servir. Procuraremos mostrar, no presente trabalho, que essa visão da filosofia humiana é, no fim das contas, limitada, já que perde de vista o fato de que, em textos posteriores, o filósofo escocês tentou estabelecer que a atividade filosófica deveria ser construída de modo a colaborar para a formação moral de seu público.Hume is generally seen as a philosopher which, besides defending skeptical principles, intented to offer a new foundation for science, based on the accurate study of human nature. In fact, there is no doubt that he considers this to be one of the main purposes his philosophy should serve. In this work, we shall attempt to show that this is a limited view of Hume's thought, as it loses sight of the fact that, in posterior texts, he intended to establish the philosophical activity as something that should be developed in order to somehow form the moral character of its public.

  14. ENSINO DE FILOSOFIA E EJA: CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA E DESAFIOS DA CONTEMPORANEIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Roberto Santos

    2011-09-01

    Full Text Available O labor apresentado aqui pretende discutir o intercurso histórico e conceitual da Educação de Jovens e Adultos - EJA – e a disciplina de Filosofia nesse contexto de situação. Nesse sentido, o trabalho fez uma contextualização histórica destas duas realidades distintas e a apreciação de documentos originais que tratam da referida modalidade de oferta de ensino. Em seguida, realizou-se uma atividade empírica com 79 alunos da modalidade EJA do IFRN campus Macau, que responderam a um questionário sobre a percepção e expectativas do ensino de Filosofia. O IFRN tem gerado um quadro de qualificação, de natureza profissional e humanística, que certamente está contribuindo para o crescimento socioeconômico da microrregião salineira. Nesse contexto, os conteúdos inerentes à disciplina de Filosofia têm sido essenciais à concretização dos valores agenciados pela Educação. Tais valores se referem principalmente ao desenvolvimento de um sentimento de cidadania que ultrapasse a mera formalização legal. Ademais, foi feito um levantamento bibliográfico para consubstanciar teoricamente todas as intuições primeiras, à luz de Aranha e Martins (1998, 2009, Cortela (2006, Paiva (2003, Paiva (2005 e Pinsky (2005.

  15. La questione della verità filosofia, scienze, teologia

    CERN Document Server

    2003-01-01

    Verità: tema ineludibile, crocevia e chiave essenziale dell'essere uomini. Che cosa è la verità, quali metodi e atteggiamenti richiede la sua ricerca in filosofia, scienze, teologia? Nell'epoca del disincanto e della scepsi è ancora possibile che questi grandi ambiti riescano a dialogare nella ricerca del vero? Oppure sono destinati a non comprendersi e separarsi? In queste pagine si dispiega un'aereopago intellettuale della postmodernità: biologi, fisici, epistemologi, antropologi, filosofi, teologi, biblisti avanzano una lettura affascinante delle grandi opzioni epistemologiche con i loro guadagni, esitazioni, possibili chiusure.

  16. A modernidade e a filosofia da história em Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Armani

    2008-04-01

    Full Text Available Investigamos, neste artigo, a construção da filosofia da história kantiana e como ela se relaciona com a modernidade enquanto perspectiva de tempo futuro. Nossa intenção é pensar o tempo histórico em suas dimensões passadas do passado e do futuro, evocadas por Kant.

  17. A filosofia da história no Doutor Fausto The philosophy of history in Doctor Faust

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richard Miskolci

    1998-10-01

    Full Text Available Há uma "filosofia da história" implícita na obra de Thomas Mann. Este artigo pretende fornecer elementos para compreender esta filosofia que tem raízes em Schopenhauer e Nietzsche, mas que também deve muito às descobertas da psicanálise e ao aprofundado conhecimento de mitologia do escritor alemão.There is a "philosophy of history" in Thomas Mann's works. This article intends to give elements to the comprehension of this philosophy linked, since the beggining, to Schopenhauer and Nietzsche, but also related to psychoanalysis' discoveries and to Mann's profound knowledge of mythology.

  18. Uma nota sobre filosofia política, relações internacionais e filosofia da história = A note on political philosophy, international relations and philosophy of history

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Torres, João Carlos Brum

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objeto explorar de que modo os recursos conceituais oferecidos pela filosofia política moderna, pela interpretação da história do direito internacional desenvolvida por Carl Schmitt, assim como pela filosofia da história de Kant nos facultam um entendimento mais preciso e profundo dos constrangimentos lógico-conceituais que enquadram a dinâmica evolutiva das relações internacionais. A primeira parte do texto procura reconstituir o modo como a atenção à peculiar geometria do espaço terrestre – seu caráter esférico – constitui um ponto focal no tratamento dado por Hobbes, Pufendorf e Kant aos temas das relações tanto entre indivíduos humanos, quanto entre as comunidades politicamente organizadas. Nessa parte o texto chama atenção para o fato de que as teorias contratualistas não podem facilmente estender o modelo de solução de conflitos contido na idéia de contrato social às relações internacionais. A segunda parte trata de reconstituir, resumidamente, a análise que Schmitt faz do modo como foram progressivamente normatizadas as relações internacionais ao tempo do chamado jus publicum europaeum, notadamente do modo como o mais deslavado cinismo político fez com que avançasse, progressiva e paradoxalmente, a regulamentação da política interestatal e a constituição de um verdadeiro direito das gentes. Na terceira parte, o artigo sugere que a filosofia da história, notadamente na versão kantiana, pode, de algum modo, conciliar a abordagem normativista das relações internacionais com a análise positiva, ou, como Schmitt certamente preferiria, existencial das relações políticas entre os Estados

  19. [The teaching of history at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil].

    Science.gov (United States)

    Ferreira, Marieta de Moraes

    2012-06-01

    This work analyzes the trajectory of the history course at the Faculdade Nacional de Filosofia of the Universidade do Brasil between 1939 and 1964/1965. Special emphasis is placed on the period between 1955 and 1965, when there was the separation of the history and geography courses, through to the onset of the reorganization of the schools and institutes of the university. The Faculdade Nacional de Filosofia was a benchmark for the other schools of philosophy in the country, as well as being a reference in the development of the history of education in Brazil. The approach adopted is geared to the field of the history of the historiography, with a focus on the study of the trajectories, institutions and relationship networks.

  20. The end of capitalism and its future: Hegel as founder of the concept of a welfare state

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vieweg Klaus

    2017-01-01

    Full Text Available A key part of Hegel’s practical philosophy is his theory of civil society and the idea of a rational regulation of the market. This is the foundation of Hegel’s theory of a social state. The copyright on the notion of a modern society of freedom and a rational, social state belongs to Hegel. Hegel proves himself to be the thinker who until now has provided the most convincing foundation for freedom in modernity. The theoretical foundation and at the same time bone of contention of Hegel’s political thought is to be found in his concept of ethical life (Sittlichkeit, in particular in his theory of civil society. The current shipwreck of deregulated capitalism does not mean the foundering of our journey towards a free society. Nevertheless the deficiencies and unsustainability of both traditional models - socialist collective ownership and market fundamentalism - exhibit two contradictory claims to a share of the wealth of nations. To take up Hegel’s project is, in essence, to aim at a new conception of an environmentally and socially sustainable and just society, and a corresponding world order. It is to further Hegel’s philosophy of freedom.

  1. A estetização da ideologia cínica.

    OpenAIRE

    Silva, Ana Carolina Nunes

    2015-01-01

    Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto. Esta dissertação consiste na investigação sobre o conceito de cinismo como ideologia em nosso atual estado de coisas, a partir das análises do filósofo e teórico da cultura Slavoj Žižek. Segundo Žižek, a ideologia cínica não corresponde mais à definição clássica de ideologia, ou seja, de um discurso que mascara seus reais interesses. Ao contrário d...

  2. An Alternative Analysis of the Discourse by Descartes, Kant and Hegel in terms of the Ethical Structure of the Kanun.

    Science.gov (United States)

    Yamamoto, Kazuhiko

    2015-06-01

    The ethical structure of the Albanian customary code, the Kanun, is deemed to represent the ethical value system of a society without state power. In spite of the appearance of civilizations and the resultant advent of an incipient state power, humans seemed to have known only the ethical value system of a society without state power until Gotama, Socrates, Plato and Jesus proposed new religious and philosophical doctrines. The basic trait of these religious and philosophical doctrines, which try to antagonize the ethical value system of a society without state power by eliminating the emotional aspect of humanity from the ethical value system, has been inherited by western philosophers such as Descartes, Kant and Hegel. The discourses by Descartes, Kant and Hegel were reviewed while paying attention to how they dealt with the sensuous and emotional aspects of humanity. The metaphysical implications of the ethical structure of the Kanun surfaced through the critical reviewing of their philosophy, and a hypothesis concerning its origin was presented.

  3. The subjetivacion of the lack: between Lacan and Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Souyris Oportot

    2014-05-01

    Full Text Available The present article develops a reflection concerning the figure of the subjectivation and the statute of the lack  in relation to Jacques Lacan y Hegel's thought . The analysis will be addressed from a philosophical approach as and with a psychoanalytic perspective, to show the need to understand the subjectivity, not already as a "work" of duel, but ligature to the loss and the split. The idea is that the above mentioned significances make possible deconstruir and to rethink the duel in lack, that he structures to the subject in an experience "escripturaire" (escriptural and, for the same thing, of dispossession. So that the figure of the subjetivación "in" lack  will allow to grant an important place to the non-place while I spread where the unthinkable thing and the "Autre" registers.  Once exposed this, the reflection will focus on the tragic exigences behind experience “escripturaire” expressed in the image of Antigone

  4. Pensar arriscado: a relação entre filosofia e educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadja Hermann

    2015-03-01

    Full Text Available Este trabalho foi produzido no âmbito de uma sessão especial da Associação Nacional de Pós-graduação em Educação (ANPEd a respeito das relações entre a filosofia, a história, a psicologia e a sociologia da educação. Discute, primeiramente, a relação de familiaridade da filosofia com a educação, apontando seu vínculo originário, iniciado no mundo grego, sob a rubrica de fundamentos da educação, para, então, explicitar um movimento de afastamento provocado pela cientificização da pedagogia. Com o avanço dos processos de modernização e o êxito do conhecimento científico, a área dos fundamentos sofreu os impactos da racionalidade científica, sendo os resultados cada vez mais incontestáveis e que destituem o saber metafísico. Tal impacto, contudo, não desautorizou a despedida da filosofia, mas provocou uma mudança conceitual e de seu papel na relação com a educação e a cultura. A área então assume uma posição mais humilde diante das ciências e de outras expressões simbólicas, dialogando e interpretando os paradoxos e as tensões geradas pelas nossas relações com o mundo. A partir dessa abordagem, o artigo encaminha duas sugestões para a relação entre filosofia e educação. A primeira, apoiada na hermenêutica de Hans-Georg Gadamer e na racionalidade transversal de Wolfgang Welsch, retoma a perspectiva dos novos diálogos científicos, chamados de interdisciplinaridade, como um modo de superar os limites da especialização e de atender a complexidade das questões educacionais. Na segunda sugestão, indica-se a posição de Hans Ulrich Gumbrecht a respeito da relevância das humanidades para desenvolver um pensamento arriscado, capaz de produzir complexidades nas análises que iluminem as questões educacionais.

  5. Recepción y apropiación de la filosofía práctica aristotélica en la Filosofía del derecho de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Charpenel Elorduy

    2016-12-01

    Full Text Available Abstract   En el presente artículo se examina la relación de la Filosofía del derecho de Hegel con la filosofía práctica aristotélica. Con ello se pretende mostrar, por una parte, que algunas de las tesis y motivos centrales de la filosofía del derecho hegeliana se entienden de mejor forma trayendo a primer plano ciertos planteamientos aristotélicos y, por otro lado, que dichos planteamientos son objeto de una reinterpretación y reelaboración por parte de Hegel ante ciertas exigencias históricas y filosóficas del contexto moderno. En particular, se examina la relación entre estos dos autores atendiendo a dos puntos concretos: la metodología holística de una filosofía práctica –entendida de modo amplio– y la teoría de la motivación ética.   In this article I examine the relation of Hegel’s Philosophy of Right with the Aristotelean practical philosophy. My aim with this is to show, on the one hand, that some of the theses and central motifs of the Hegelian philosophy of right are better understood if one brings certain Aristotelean ideas to the forefront of the discussion and, on the other hand, that these ideas are subjected to a reinterpretation by Hegel due to the historical and philosophical demands of the Modern Age. In particular, the relationship between these two authors is analyzed by examining two specific subjects: the holistic methodology of a practical philosophy –broadly construed– and the theory of ethical motivation.     Palabras clave:   Aristóteles, Hegel, Filosofía del derecho, Ética normativa, Metodología ética, Teoría de la motivación ética, Virtud y deber, Historia de la recepción del aristotelismo   Key Words:   Aristotle, Hegel, Philosophy of Right, Normative Ethics, Methods in Ethics, Theory of Ethical Motivation, Virtue and Duty, History of the Reception of Aristotelianism

  6. La crítica de la mediación hegeliana en el segundo volumen de Enten-Eller (O lo uno o lo otro de Søren Kierkegaard. ¿Una crítica social?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EDUARDO ASSALONE

    2014-06-01

    Full Text Available En el presente trabajo se aborda la crítica a la doctrina hegeliana de la mediación (Vermittlung que Kierkegaard desarrolla en el segundo volumen de Enten-Eller (O lo uno o lo otro. El trabajo comienza con un análisis del tipo de oposición que Kierkegaard no está dispuesto a relativizar por vía del recurso a la mediación dialéctica. Para ello se aplican los aportes realizados por Shannon Nason para la comprensión de los opuestos relativos en Hegel y en Kierkegaard. Luego se señala el lugar que le confiere este último filósofo al concepto de mediación en su posición propia, a saber, dentro de la “esfera del pensamiento”. Posteriormente se aborda la crítica de Theodor W. Adorno al intento kierkegaardiano de desarrollar una “dialéctica sin mediación”. En el último apartado se evalúa, en conjunto, la crítica y limitación del concepto de mediación realizadas por Kierkegaard, así como las objeciones elevadas por Adorno contra las mismas. Asimismo, se presentan algunas reflexiones sobre la crítica de la mediación por parte de Kierkegaard y del joven Marx como expresión de una crítica social que permanece implícita en el primero y se muestra explícitamente en el segundo.

  7. Um lugar para a Filosofia?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samir Dessbesel Ferreira

    2010-01-01

    Full Text Available De que modo pode a Filosofia integrar-se às demais disciplinas da grade curricular dos cursos técnicos do IFSul? E como se insere uma disciplina como essa em instituições de ensino que têm tradicionalmente como foco o ensino tecnológico e profissionalizante, como são os Institutos Federais? Primeiramente, a Filosofia poderia contribuir na formação do profissional egresso, desenvolvendo-lhe competências relacionadas ao filosofar, em especial as relacionadas ao raciocínio abstrato e à comunicação, o que poderia vir a fazer a diferença no mercado de trabalho. Assim, os Institutos Federais ofereceriam um ensino de excelência com o objetivo de formar o técnico mais bem qualificado possível ao mercado de trabalho. Todavia, o aparelhamento técnico de nossos jovens, embora essencial para o desenvolvimento do País, não pode apresentar-se como a preocupação prioritária dos educadores, pois é fundamental considerar-se a formação integral da pessoa humana. Qual educação, afinal, queremos? E qual o papel da escola pública em nossa sociedade? O direcionamento unilateral à qualificação profissional pode levar-nos à formação de uma espécie de “superpeão”. A escola não pode ser serva do mercado. Ela tem o papel maior de agente de questionamento e transformação da sociedade. A concepção de Ensino Médio Técnico-Integrado nos parece orientar-se antes para a formação “integral” do cidadão, da pessoa em sua totalidade. O trabalho não é apenas uma relação econômica, mas também ética, política e estética. Deve ser uma forma de realização, de humanização do mundo, e não de coisificação do homem. É sempre possível pensar nossos espaços de educação formal como um compartilhar humano de sentidos, de afetos, de vivências, de posturas, de identidades. A esses espaços deverá a qualificação técnica sempre agregar-se, jamais sobrepor-se.

  8. Quando a Escuridão Aparece: Visão, Pensamento e Contradição na Ciência da Lógica de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ryan Johnson

    2017-02-01

    Full Text Available Este é um conto sobre visão, pensamento e contradição, bem como sobre o papel que desempenham na primeira metade da Ciência da Lógica de Hegel. A Lógica começa com uma descida, nesse caso, uma queda do Ser ao Nada. Posteriormente, aproximadamente na metade de cada texto, há um certo paradoxo em que tudo está em jogo, a categoria da contradição. Nesse exato momento, o pensamento ao mesmo tempo falha e é renovado em um viés especulativo. Nessa seção, nos debruçamos sobre algumas das interpretações influentes do uso hegeliano da contradição. Para isso, voltamo-nos a uma curiosa obra de arte, Pleiades, de James Turrell, como um exemplo estético dessa primeira queda. Progrediremos, então, através do texto com pensamento e visão como nosso duplo norteador em um passo relativamente rápido, sem desacelerar até encontrarmos a história de Hegel da contradição, onde mostro a natureza explosiva da contradição. Isso nos permitirá ver como Hegel invoca o poder da contradição para gerar a segunda metade da história da Ciência da Lógica. Eu começo com a descida do Ser ao Nada, o momento em que a escuridão emerge

  9. O Espírito do Cristianismo e seu Destino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Georg Friedrich Hegel

    2017-02-01

    Full Text Available Tradutor: Adilson Felício Feiler SJ., Doutorando em filosofia pela PUCRS, email de contato: feilersj@yahoo.com.br. Revisão de Agemir Bavaresco (PUCRS, email de contato: abavaresco@pucrs.br e Márcio Egídio Schäfer (PUCRS, email de contato: marcio_schafer@hotmail.com. A tradução do excerto que se segue, foi elaborada a partir da seguinte edição alemã: HEGEL, G. W. F. Frühe Schriften. Werk 1 Suhrkamp Taschenbuch Wissenschaft: Frankfurt am Main, 1994, p. 317-326. Nota do Tradutor: a tradução da obra O Espírito do Cristianismo e o seu Destino [Der Geist des Christentums und sein Schicksal] que ora segue constitui, no dizer de Dilthey, uma das mais belas passagens escritas por Hegel. No entanto, é questionável se a obra constitui um todo acabado, já que Hegel interrompeu várias vezes sua redação, deixando linhas em branco e reiniciando o parágrafo com uma nova linha de pensamento. Nohl juntou em um texto homogêneo um composto de cinco fragmentos separados (N, 243-60, 261-75, 276-301, 302-24, 325-42. Pelas pesquisas de G. Schüler e Ch Jamme a obra se desenvolve em duas fases distintas, tendo como ponto de partida o outono/inverno de 1798 para 1799, período de Frankfurt. É neste período que Hegel procura desvendar a origem da positividade das leis morais religiosas judaicas que o cristianismo procura superar pelo amor. Pelo espírito do cristianismo Hegel ensaia uma resposta à questão da unidade, que passa a ser veiculada pelos impulsos naturais da vontade. É, por isso, este um período hegeliano denominado: período anímico. Estão traduzidas apenas, em princípio, as páginas iniciais da obra em que Hegel apresenta Jesus como aquele que se levanta contra as leis judaicas.

  10. Direitos humanos e guerra na filosofia do direito internacional de Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Manuel Avelino de Pina Delgado

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentaruma visão crítica da Filosofia do Direito Internacionalde Habermas. Também partindo, talcomo ele, de uma base kantiana, analisar-se-áalguns aspectos basilares da teoria habermasiana:o seu debate com o jurista alemãoCarl Schmitt (1; a sua formulação do DireitoCosmopolita (2 e a fraca fundamentação queele dá aos Direitos Humanos (3. Então mostrar-se-á que a sua Filosofia do Direito Internacional,apesar de estruturar fortemente asinstituições globais do futuro, é algo inapropriadapara resolver problemas internacionaiscontemporâneos como o das intervençõeshumanitárias.Abstract: The objective of this article is topresent a critical view of Habermas’Philosophy of International Law. Starting, justas him, from a Kantian basis, a few basicaspects of Habermas’ theory will be analyzed,such as his debate with German jurist CarlSchmitt (1, his formulation of CosmopolitanLaw (2 and the weak importance he gives toHuman Right (3. From then on it will beshown that his Philosophy of InternationalLaw, despite its role in the structuring of futureglobal institutions, is somewhat inappropriateto resolve contemporary international issues,such as those related to humanitarianintervention.

  11. How to be together beyond corporations and firms? Hegel at the “end of capitalism”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bojanić Petar

    2017-01-01

    Full Text Available The text examines different assumptions of Hegel’s understanding of the corporation across various versions of his Lectures of the Philosophy of Right, given recent contemporary reflections on “the end of capitalism.” My intention is to take Hegel’s thematization of the poor and poverty, as well as the significance Hegel ascribes to common work and the constitution of a working group as the foundation of civil society, and formulate these as real conditions of a potential reconstruction of the corporative model and new common action.

  12. Antropologia, Filosofia e Direito: para uma mudança de paradigma

    OpenAIRE

    Cunha, Paulo Ferreira da

    2010-01-01

    Várias questões se põem na interseção entre a Filosofia e as Ciências Sociais e Humanas para a definição do Lugar do Outro no pensamento jurídico-político e no sentido de definir o que se entende por «natureza humana». Uma perspetiva antropológica se impõe no contexto do próprio pensamento político.

  13. Jeanne Hersch: una filosofia dei contorni

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta De Monticelli

    2013-07-01

    Full Text Available A Si tracciano le linee fondamentali del pensiero di Jeanne Hersch (Ginevra, 1910-2000, che concepisce la filosofia come servizio anti-idolatrico nei confronti della trascendenza da un lato, e dall’altro come continua presa di coscienza dei gesti della libertà che fanno irriducibile al dato e insieme profondamente individuata, qui ed ora, la nostra vita. Si mostra come l’ontologia di questa pensatrice sia indissociabile dalla sua estetica, o piuttosto dalla sua teoria del fare umano quale partecipazione finita e incarnata alla creazione. Si mostra il nesso da lei particolarmente sottolineato fra consistenza morale personale e responsabilità del pensiero teorico, sulla base dell’esempio negativo di Heidegger, sostenitore del nazismo. Si discute la netta presa di posizione che Jeanne Hersch assume contro le seduzioni e le liturgie verbali del suo pensiero incantatorio, irresponsabile nei confronti della verità e “radicato nel disprezzo”.

  14. A filosofia na formação do enfermeiro: algumas considerações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa Collet

    1995-06-01

    Full Text Available O estudo objetiva promover uma reflexão sobre a importância da Filosofia para a formação do enfermeiro. Com este propósito, buscamos na literatura, questões que nos embasem sobre o tema, enfocando a importância dessa compreensão para a pesquisa científica em enfermagem.

  15. Freedom and Solidarity: Some Remarks in Light of the Contemporary Reception of Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Campello

    2014-06-01

    Full Text Available This paper concerns the question of the relationship between emotions and justice which has been increasingly found in the literature in the past years. Having in view empirically informed works on the role of emotive and affective contents on social practices, decision-making processes and on the constitution of moral judgments as background, the core idea we find in this debate is that the descriptive validity of a social theory depends on the analyses of the constitutive role of emotions and affects on social spheres. On the other hand, I want to suggest that Hegel can contribute towards a normative potential of those analyses through the approach of an articulation of the formative character of institutions, oriented by what can be understood as the institutional mediation of individual freedom through the idea of socially inclusive, “decentralized will”. Regarding this nexus between emotions and justice I will, in this paper, focus on the discussion of these ideas regarding the civil society, where I will briefly develop my argument in three short steps. Firstly, I will briefly suggest in what sense Hegel could help us in discussing the role of emotions for a social theory. In a second step I will point out a specific, emotional component in the sphere of civil society, namely, the relationship between passions and interests. Finally, I will connect this idea to a peculiarity based on Hegel’s concept of solidarity related to his idea of the formation of Will (“Willensbildung”, arguing that the concept of social justice depends not only on rational guided actions, but also in how far an institutional framework enables a volitional dimension that is justified, on one hand, by the satisfaction of individual needs and, on the other, by the sentiment of cooperation.

  16. War and perpetual peace: Hegel, Kant and contemporary war

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Borges

    2006-01-01

    Full Text Available The paper compares the views of two classical authors about the possibility of peace and the inevitability of war: Kant and Hegel. The paper will argue that the main lines of these two schools are still alive today in our contemporary international politics. The Kantian school, with the possibility of peace, based on a league of nations, has inspired the creation of the United Nations. The Hegelian way of thinking (there is no judge above the national states, besides the history of the world has proven to be as contemporary as ever, once one analyzes some recent events of the international politics. Both Kantian and Hegelian views have weak and strong points, and it is a difficult task to reconcile both of them in a reasonable international politics. At the end, the paper will present JohnRawls´ doctrine of international politics, as stated in The Laws of Peoples, arguing that this doctrine follows the Kantian tradition of a foedus pacificum, while giving room to some Hegelian philosophical conceptions.

  17. A aposta na filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Suzuki

    2011-12-01

    Full Text Available Para Hume, filosofar é uma atividade semelhante às demais ocupações humanas. A decisão que leva à atividade filosófica é menos resultado de uma argumentação teórica do que fruto de um cálculo prático, que é entendido como uma caça ou um jogo. O objetivo deste trabalho será o de mostrar que no jogo filosófico perde quem joga sério demais. A aposta na filosofia tem que passar pelo bom humor e pela diversão: uma resposta a Pascal?For Hume, philosophy is in itself neither more nor less important than other human activities. On the contrary, it can be explained from its resemblance with game and hunting. If one chooses to dedicate himself to philosophy, his decision is not the consequence of logical reasoning, but depends on practical evaluation, which has something to do with gambling. The following text tries to show that in philosophy, like in other games, the loser will be the one who plays too earnestly. The philosophical game requires good humour and some relaxation: Is this a good answer to Pascal's pari?

  18. O Espírito do Cristianismo e seu Destino (Continuação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. W. F. Hegel

    2017-02-01

    Full Text Available Tradutor: Adilson Felício Feiler, SJ, Doutorando em Filosofia pela PUCRS. E-mail: feilersj@yahoo.com.br. Revisão de Agemir Bavaresco (PUCRS, Francisco Jozivan Guedes (PUCRS e Paulo Roberto Konzen (UFRGS. A tradução de O Espírito do Cristianismo e o seu Destino (Der Geist des Christentums und sein Schicksal, que ora segue, constitui, no dizer de Dilthey, uma das mais belas passagens escritas por Hegel. No entanto, é questionável se a obra constitui um todo acabado, já que Hegel interrompeu várias vezes sua redação, deixando linhas em branco e reiniciando o parágrafo com uma nova linha de pensamento. Mas, Nohl juntou em um texto homogêneo um composto de cinco fragmentos separados (N, 243-60, 261-75, 276-301, 302-24, 325-42. Pelas pesquisas de G. Schüler e Ch. Jamme, a obra se desenvolve em duas fases distintas, tendo como ponto de partida o outono/inverno de 1798 para 1799, em Frankfurt. É neste período que Hegel procura desvendar a origem da positividade das leis morais religiosas judaicas que o cristianismo procura superar pelo amor. Pelo espírito do cristianismo, Hegel ensaia uma resposta à questão da unidade, que passa a ser veiculada pelos impulsos naturais da vontade. É, por isso, este um período hegeliano denominado de período anímico. Estão traduzidas, em princípio, apenas as páginas iniciais da obra, em que Hegel apresenta Jesus como aquele que se levanta contra as leis judaicas. A tradução é da seguinte edição alemã: HEGEL, G. W. F. Frühe Schriften. Werk 1. Suhrkamp Taschenbuch Wissenschaft: Frankfurt am Main, 1994, p. 346-369. Esta terceira parte da tradução apresenta a crítica de Hegel à positividade da religião judaica. Tal positividade vem expressa através da lei, que coloca o humano numa posição de subserviência e passividade. Diante desta situação Hegel reconhece a atuação de Jesus de Nazaré, aquele que se levanta frente às incoerências do judaísmo.

  19. The Relation between Theory of Justice of John Rawls by Kant's Ethics and Hegel's philosophy of Right

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hazhir Mehri

    2010-12-01

    "Theory of justice" due to the boroad variety of social sciences, audience many attracted. Readers of this theory found a wide variety of disciplines ranging from psychology and economic to ethical issues. Selected topic for which it repeatedly Rawls in his book and his theory  named the Kantian and did not name in Hegel, the Hegelian's philosophy of Right theory of the hidden angles of this article will focus on, as well as his abut influence on some views Interpreters

  20. Filosofia e pensamento social russo: continuidades depois da Revolução de Outubro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galin Tihanov

    Full Text Available Resumo Neste ensaio estudo as continuidades que permeiam - frequentemente escondidas sob mudanças políticas dramáticas - o cenário da filosofia e do pensamento social no período soviético, da Revolução de Outubro, em 1917, à queda da URSS em 1991.

  1. Por uma filosofia do medicamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléber Domingos Cunha da Silva

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoMedicamento e pensamento, em que coincidem estes conceitos? A proposta do presente ensaio é demonstrar, sob uma perspectiva biopolítica, a existência de novos desafios para aqueles que lidam com a temática da farmaceuticalização na sociedade contemporânea. As análises realizadas demonstram que abordagens essencialmente tecnicistas são insuficientes para o confronto de questões como: os lucros exorbitantes obtidos com a comercialização de medicamentos, a relação desproporcional desses valores com o número de novas moléculas inovadoras e o difícil acesso aos poucos novos fármacos. A proposta de uma filosofia do medicamento, no campo da saúde coletiva, parece oportuna para a tomada de posicionamentos mais críticos e para o estabelecimento de espaços de resistência às condutas farmacoterapêuticas. Afinal, o medicamento não é um elemento isolado constitutivo da vida humana; embora, tenha se tornado um componente central no governo da vida contemporânea, o seu emprego adequado requer o exercício do pensamento.

  2. Castoriadis: uma filosofia para a educação Castoriadis: philosophy for education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lílian do Valle

    2008-08-01

    Full Text Available Há muitos tipos de filosofia, muitos estilos de praticá-la e muitas razões pelas quais a convocamos, quando se trata de falar das coisas humanas. No livro I da Ética a Nicômaco, Aristóteles afirma - contra o que fora, durante toda a existência, o principal objeto de busca de seu mestre - que a investigação que lhe interessa é aquela que trata do que é acessível e praticável pelos humanos. Ora, esse tipo de filosofia, que me parece ser a única digna da educação, é definitivamente a que praticou Cornelius Castoriadis. Assim, a filosofia foi insistentemente descrita, na obra do autor, como interrogação aberta e incessante, que nada tem de fútil exercício de especulação, na medida em que concerne fundamentalmente à atividade de criação, por parte de cada humano, dos sentidos que fazem existir seu mundo próprio - e que, portanto, concerne igualmente aos sentidos que edificam a vida comum.There are many kinds of philosophy, many styles of practicing it, and many reasons fort taking it when it comes to talking about human things. In book I of The Nicomachean Ethics, Aristotle affirms that the inquiry that interests him is what is accessible and practicable to human beings. This kind of philosophy, that seems to be the only one that is worth the field of education, is definitively the one practiced by Cornelius Castoriadis. Thus, philosophy was insistently described, in his works, as open and nonstop questioning that is not considered as useless exercises of speculation, because it basically concerns the activity of creation, by each human being, of the meanings that make his/her own world exist, and is, therefore, equally related to the meanings that build up common life.

  3. A fórmula do mundo segundo Karl Popper

    OpenAIRE

    Pereira, Julio Cesar Rodrigues

    2009-01-01

    Essa tese pretende defender o seguinte argumento: a filosofia de Popper, devido ao seu interesse primordialmente cosmológico, somente pode ser corretamente compreendida enquanto sistema, isto é, enquanto explicação global da realidade entendida em seus dois pontos basilares: Metafísica e Teoria do Conhecimento. No Capítulo I argumentaremos que na base da ciência moderna temos Copérnico e Galileu. O primeiro não parte de problemas concretos nem de dados observacionais, na linguagem de Popper o...

  4. The Relation between Theory of Justice of John Rawls by Kant's Ethics and Hegel's philosophy of Right

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirbaz, A

    2011-01-01

    Full Text Available After the famous book on political philosophy of Karl Popper and in support of the liberal doctrine titled" Open society and its enemies", the most famous theory of John Rawls, the university of Harwaed professor in political philosophy in, which a book titled" A theory of justice "was published in 1971. This book includes several articles that eventually, has formed like a book has increased a wide audience in the university and professional journals, particularly in English –speaking countries. Rawls book, based on ethical approach –the political challenge with common issues, including comments utilitarianism payment. Rawl's theory of john Stuart Mill, David Hume and the ethical discussion sidgwick quit common and was considered beyond established based tradition of ethical contractivism and deontological ethics theory of Kant and Hegel's philosophy of right to and re-design concepts of his theory in the tradition of normative political philosophy west restored."Theory of justice" due to the boroad variety of social sciences, audience many attracted. Readers of this theory found a wide variety of disciplines ranging from psychology and economic to ethical issues. Selected topic for which it repeatedly Rawls in his book and his theory named the Kantian and did not name in Hegel, the Hegelian's philosophy of Right theory of the hidden angles of this article will focus on, as well as his abut influence on some views Interpreters.

  5. Filosofia crítica: da palavra ao martelo e do martelo ao tacape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ceppas

    2015-05-01

    Full Text Available Este texto procura repensar a noção tradicional de crítica, de pensamento autônomo e reflexivo, a partir dos pensamentos de Nietzsche e Oswald de Andrade. O texto procura associar a noção de crítica a uma certa “inocência guerreira” presente tanto na filosofia a golpe de martelos de Nieztsche, como na antropofagia oswaldiana.

  6. TIEMPO, TRABAJO E CORPORACIÓN EN LAS SOCIEDADES CAPITALISTAS AVANZADAS: UNA LECTURA DESDE LA FILOSOFÍA POLÍTICA DE HEGEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Maura Zorita

    2015-07-01

    Full Text Available En este artículo se trata de explicitar, a partir de la clásicaproblemática de la relación entre Estado y sociedad civil y deldiagnóstico sobre el problema que Hegel ofrece en las Grundliniender Philosophie des Rechts de 1820/21, algunos desarrollos de lateoría crítica de la sociedad (Lukács, Adorno, Pollock, Benjamin yPostone.

  7. Marx, o cínico?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Carmello Corrêa de Moraes

    1983-01-01

    Full Text Available Este artigo foi escrito em agosto/83, para conferência-debate na Jornada de Filosofia da UNESP (Campus de Marília, setembro de 1983. Partindo de aproximações Marx/Hegel sobre o tema da "fatalidade histórica", passamos a discutir a reprodução da força de trabalho como parte do capital, entendido este último, por sua vez, como relação social. Este exame é feito na esteira de algumas passagens de O Capital e dos Grundrisse. A seguir, procedemos à leitura de alguns fatos contemporâneos à luz dessa "anatomia cínica".

  8. Praxis, Sittlichkeit and Communicative Action. On the connection between praxis, Sittlichkeit and communicative action in Aristotle, Hegel, Habermas and Honneth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Øjvind Larsen

    2012-09-01

    Full Text Available The concept of praxis is one of the most fundamental concepts in the history of political philosophy. The most famous example may be Marx’s statement in the eleventh thesis on Feuerbach. The close relation between praxis and polis was grounded in Aristotle’s political philosophy. Hegel leads this concept further with his concept of praxis as Sittlichkeit. Honneth and Habermas are both grounded in the young Hegel’s writings when they try to extrapolate what is essential in Hegel’s concept of praxis and generate a new concept, which may be valid for our time. Honneth is standing by Hegel’s concept of recognition, which he then is forced to leave many years later when rediscovering Hegel’s concept of Sittlichkeit. However, Honneth fails to reconcile praxis and Sittlichkeit. In contrast, Habermas sets in a hermeneutic maneuver language as a substitute for Hegel’s concept of spirit. With this new, effectively metaphysical concept, he is able to formulate a practical philosophy in which both praxis and Sittlichkeit are summarized in communicative action. Habermas’s practical philosophy follows Hegel's and extends its roots into the history of ideas, back to Aristotle’s foundation of the concept of praxis and, in a broader sense, to the antique democracy of Athens.

  9. Desmistificação epistemológica e desafios didáticos no processo pedagógico de ensino de Filosofia para graduandos de cursos alheios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2015-09-01

    Full Text Available Neste artigo abordamos a importância educacional do ensino de Filosofia para outros cursos acadêmicos, por incentivar o desenvolvimento da criticidade em relação ao próprio processo formativo pessoal no decorrer da trajetória acadêmica, apresentando ainda alguns aspectos cruciais para um possível bom desempenho docente na condição de professor de Filosofia para estudantes de outras áreas.

  10. Study in Arthur's thesis about Marx's Being influenced by Hegel's Master-Servant in Labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mojtaba Seifi

    2014-06-01

    Full Text Available o one is denying that Hegel had a strong influence on Marx, especially influenced by the Master-Servitude of Phenomenology of Spirit. For people like Arthur, however, it is not more than a Myth. Sartre and Hyppolite who influenced by Kojeve are the creators of this famous theory, but, they have claimed this without any evidences. Based on Marcuse’s citation of Marx's Economic and Philosophical Manuscripts of 1844, Arthur begins to criticize the theory. His argument is that Marx never refers to this section of Phenomenology of Spirit. Here, I argue that Marx used the keywords of this section in his other writings such as; Gauderies and Capital. Furthermore, it can be said that the meaning of very influence is not clear enough.

  11. Feuerbach e Espinosa: deus e natureza, dualismo ou unidade? Feuerbach and Spinoza: god and nature, dualism ou unity?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Ferreira Chagas

    2006-01-01

    Full Text Available O presente artigo evidencia, por um lado, o mérito da filosofia de Espinosa, pelo fato de haver submetido a oposição das partes e do todo, do corpo e da alma, da matéria e do espírito, à unidade da substância, já que toda parte singular da substância pertence à sua natureza. Por outro lado, destaca a crítica de Feuerbach a Espinosa, porque a filosofia deste é, na verdade, uma filosofia da identidade, que não reconhece, como Hegel também assinala, a substância como espírito e o espírito como substância, e não determina suficientemente a unidade da matéria e do espírito, já que falta a ela a realidade da diferença, da determinidade. Enquanto Espinosa identifica Deus com a natureza (Deus sive natura e, mediante a natureza divina (a substância, supera a contradição de Descartes entre matéria (res extensa e espírito (res cogitans, Feuerbach quer, em oposição ao panteísmo, a diferença entre natureza e Deus (aut Deus aut natura.This article on the one hand offers evidence of Spinoza's philosophical merit due to the fact that he propounded the opposition of substance of parts and whole, body and soul, matter and spirit, to unity of substance, since every single part of substance belongs to nature. And on the other hand it presents Feuerbach's critique of Spinoza since Spinoza's philosophy is in fact an identity philosophy which does not recognize, as Hegel also points out, the substance of spirit and the spirit as substance, and does not clearly determinate the unity of matter and spirit because it lacks the truly aspect of difference, determinacy. While Spinoza identifies God with nature (Deus sive natura and by means of divine nature (substance overcomes Descartes' contradiction between matter (res extensa and spirit (res cogitans, Feuerbach wants, in opposition to pantheism, determine the difference between nature and God (aut Deus aut natura.

  12. La «Cortegiania» e la «Cortesana Filosofia»: B. Castiglione e B. Gracián

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Ricci

    2013-06-01

    Full Text Available L’articolo stabilisce un confronto fra la cortigiania, ovvero la filosofia del comportamento raffinato dell’uomo cortese proposta dal testo Il cortigiano di Baldassare Castiglione, e la cortesana filosofia presente in tutta l’opera di Gracián. Questi due autori, che hanno vissuto in paesi e luoghi differenti, hanno dei principi filosofici, antropologici e religiosi molto diversi. Si distinguono dunque sia dal punto di vista letterario sia per il loro approccio teorico. Il primo offre un nuovo modello sociale di comportamento legato alla struttura particolare della corte all’inizio dell’epoca moderna; il secondo si propone esplicitamente di creare un «prodigio», un uomo «artificiale» che sappia far fronte alla realtà ingannevole, che sappia sopravvivere in un mondo ostile. Egli annuncia in un certo senso il passaggio dalla tradizionale società d’ordini, in cui ognuno ha sin dalla nascita il suo posto assicurato nella società, al mondo dell’«individualità astratta»

  13. O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regiane Rodrigues Araújo

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos sobre a formação docente nos cursos de licenciatura tem sido objeto de estudo no campo da educação. A defesa do professor intelectual, crítico e reflexivo nem sempre tem considerado a contribuição da Filosofia na elaboração dos seus princípios. O objetivo desta pesquisa é analisar a compreensão dos alunos acerca do Estágio no decorrer do curso de licenciatura.Optou-se, metodologicamente, pela abordagem qualitativa, a revisão bibliográfica, a pesquisa de campo e a análise de conteúdo. A pesquisa de campo consultou dez estudantes de Licenciatura em Filosofia da turma de Prática de Ensino da Universidade Estadual do Ceará.O embasamento teórico para as análises dos dados ancorou-se nos estudos de Gallo (2008, Ghedin (2009, Severino (1994, Lima (2012, Pimenta e Lima (2004, dentre outros. Os resultados da pesquisa revelaram que o Estágio é um dos momentos mais significativos do curso universitário, pois possibilita ao aluno a vivência, na prática,dos ensinamentos teóricos e o contato com a realidade da profissão docente. Cada graduando tem um conceito e um significado para tal vivência, que influenciará, como passo inicial no exercício do magistério e na construção de sua identidade professoral.

  14. Breves considerações acerca da poesia, da filosofia e da crítica literária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Affonso Henrique Vieira da Costa

    2016-07-01

    Full Text Available O trabalho se constitui diante de uma indagação: É possível falar sobre a arte? Ele tem por objetivo tecer considerações em torno da relação existente entre poesia, filosofia e crítica literária.

  15. O Método Dialético Segundo o Capítulo Conclusivo da Lógica Hegeliana: A Primeira Tríade Dialética (§§ 12-17)

    OpenAIRE

    Camilo José Jimica

    2017-01-01

    No artigo, tematiza-se o debate contemporâneo a respeito da estrutura da primeira tríade dialética e da legitimidade das interpretações de Hösle sobre os aspectos da transição do movimento dialético da parte do capítulo conclusivo da Ciência da Lógica de Hegel, compreendida como discurso humano. O objetivo é esclarecer quando é que o método dialético de Hegel pode ser ou não considerado irracional. Para atingir este objetivo, apresenta-se a reconstrução das teses do desenvolvimento dos movime...

  16. A gravitação universal na filosofia da natureza de Isaac Newton

    OpenAIRE

    Garcia, Valdinei Gomes

    2010-01-01

    Resumo: Esta pesquisa apresenta um estudo sobre o conceito de força gravitacional na filosofia da natureza de Isaac Newton. O presente texto foi elaborado a partir dos argumentos desenvolvidos por Newton para defender esse conceito em sua obra mais importante, o Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (1687). Será visto que, em tais argumentos, Newton restringe o conceito de força gravitacional a partir de um tratamento matemático, que ele próprio elaborou em sua obra. Por outro lado, Ne...

  17. A Filosofia e seu ensino a partir de uma perspectiva da teoria crítica Philosophy and its teaching from a critical theory perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gelson João Tesser

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo analisa dois pressupostos teóricos considerados centrais da prática do ensinar e aprender Filosofia: o agir comunicativo em Habermas e o pensar como forma de resistência em Adorno. A Filosofia e seu ensino em Habermas são desenvolvidos a partir da teoria do agir comunicativo, proporcionando-nos uma base teórica de reflexão, de uma educação racional e crítica. Na perspectiva adorniana, a função social do ensino está intrinsecamente ligada à crítica da sociedade burguesa e, por conseguinte, com a indústria cultural. Adorno procura mostrar que a educação formal tem um forte poder de resistência em relação ao rumo caótico do processo civilizatório. Aproximar esse sentido adorniano de resistência à prática de ensinar Filosofia é o intento proposto aqui. Ensinar Filosofia significa não aceitar as imposições políticas, institucionais e sociais como sendo naturais. A tarefa da Teoria Crítica - da Filosofia como ensino -, tem uma dimensão que remete à busca do exercício da autonomia do sujeito e de sua emancipação social.This paper analyzes two central theoretical assumptions regarded in the practice of teaching and learning philosophy: communicative action in Habermas and thinking as a way of resistance in Adorno. Philosophy and its teaching are developed from Habermas's theory of communicative action which provides us with a theoretical basis for reflection and critical education. In the Adornian perspective, the social function of education is intrinsically linked to the critique of the bourgeois society and, therefore, the cultural industry. Adorno seeks to show that formal education has a strong power of resistance against the chaotic path of civilization. Bringing this Adornian sense of resistance to the practice of Philosophy teaching is the purpose proposed here. Teaching Philosophy does not consist of accepting the political, institutional and social enforcements as natural. The task of Critical

  18. La idea de reconocimiento en el Hegel de Jena. Una lectura con Paul Ricoeur

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Alejandro Prada Londoño

    2015-01-01

    Full Text Available The article is developed in the following sections: in the introduction we expose the reasons leading Ricoeur to read two Hegel’s works written in the Jena period: System of Ethical Life and Real Philosophy. In paragraphs 1 and 2 we will review how Hegel points out different areas of recognition articulated to ethical life development, first in its natural form and then in its absolute form, and marked by a negativity all their own. Also we will check how the transit from active voice to passive voice appears and consolidates as a crucial moment of recognition. The last section presents some considerations on the dialectic between self and the other which are in the basis of the Hegelian approach, and includes some of the problems identified by Ricoeur in Hegel’s philosophy of recognition.

  19. Argumentos para uma dissociação da filosofia política de Thomas Hobbes da tradição realista Arguments for a dissociation of Thomas Hobbes' political philosophy from the realist tradition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Costa Leite

    2005-06-01

    Full Text Available O propósito deste artigo é desconsagrar o caráter heróico que a obra de Hobbes assumiu para os estudantes de relações internacionais ao ter sido enquadrada - assim como as de Tucídides, Maquiavel, Rousseau, Hegel etc. - no épico realista. Veremos que a subsunção do filósofo à "tradição realista" é raramente questionada, mesmo pelos críticos das concepções veiculadas por essa tradição. Assim, o nome de Hobbes permanece, em grande medida, associado à analogia entre anarquia internacional e estado de natureza. Em primeiro lugar, o artigo resgata o caráter hipotético do modelo de estado de natureza, dando ênfase especial ao reconhecimento de Hobbes à limitação de seu reducionismo motivacional para a descrição da realidade. Em segundo, partindo do pressuposto de que a dicotomia interno-externo era inexistente na época de Hobbes, explora, a partir de sua obra, o argumento de que a paz internacional estaria diretamente relacionada à resolução do problema da ordem nas sociedades domésticas.The purpose of this article is to deconsecrate the heroic status that international relations students have attached to Hobbes's texts - an attachment that results from their inclusion, together with texts by Thucydides, Machiavelli, Rousseau and Hegel, in the realist epic. We will see that the subsuming of the philosopher under the "realist tradition" is rarely questioned, even by the critics of the conceptions endorsed by it. Therefore, the name of Hobbes remains, in a large extent, associated to the analogy between international anarchy and the state of nature. In the first place, we'll bring to light the hypothetical status of the state of nature model, emphasizing the fact that Hobbes himself recognized the limitation of its motivational reductionism to the description of reality. Secondly, having taken as a premise the fact that the dichotomy inside/outside did not exist in Hobbes's time, we'll explore the argument that

  20. Filosofia da ciência e ensino da ciência: uma analogia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Villani

    2001-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, inicialmente explicitaremos nossa compreensão do debate entre Kuhn, Popper, Lakatos e Feyerabend na Conferencia Internacional sobre Filosofia da Ciência (1965, delineando as diferenças nas posições de nossos filósofos. Em seguida apresentaremos um quadro das posições sobre o ensino de ciências, assim como nos parecem caracterizar os último 30 anos de pesquisas na área. Finalmente tentaremos uma aproximação dos dois campos, procurando salientar as implicações que a problemática filosófica teve e tem para uma maior compreensão do ensino de ciências e matemática.

  1. El Segundo Cerebro del ser humano.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocío Ponce

    2015-10-01

    Este articulo tiene por objetivo principal analizar la participación del segundo cerebro en la conducta del hombre, con la ayuda de una nueva especialidad de medicina, la Neurogastroenterología, con su explicación se determina la reacción que existe entre el cerebro mesenterio y el cerebro central, se identifica a cada uno en sus funciones, se efectúa un análisis referencial de como el estrés influye en la conducta, produciendo una crisis. Que se manifiestan con trastornos fisiológicos y psicológicos, como diarreas o estreñimiento, con dolor y trastornos de ansiedad, cansancio, insomnio, falta de concentración perdida de la memoria y a su vez ulceras gástricas, hipertensión, gases, que no necesariamente se debe solamente a un problema estomacal producido por una mala ingesta de alimentos, sino por comportamientos emocionales que repercuten negativamente en esta parte del cuerpo. Se comprobará la influencia del segundo cerebro en la impulsividad y sus daños colaterales en el organismo

  2. A sintaxe da violência entre Hegel e Marx The syntax of violence between Hegel and Marx

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vittorio Morfino

    2008-01-01

    Full Text Available Trata-se de investigar a tese marxiana acerca do papel da violência na história, tal como enunciada em O Capital, analisando sua sintaxe de matriz hegeliana e o modo como Engels articula tal tese, para então defender uma interpretação não-teleológica da violência, segundo a qual esta apresenta uma pluralidade de formas, um caráter totalmente difuso e uma pesada materialidade.The Marxian Thesis about the role of violence in History, as it is enunciated in The Capital, is investigated through an analysis of the Hegelian character of its syntax, and the way Engels develops it; a non-teleological interpretation of the thesis is then defended, one that understands that violence presents a plurality of forms, a pervasive character and a heavy materiality.

  3. Sobre as afinidades entre a filosofia de Francis Bacon e o ceticismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz A. A. Eva

    2006-06-01

    Full Text Available Este texto se ocupa de um exame, em caráter introdutório, das relações entre a reflexão de Bacon acerca das limitações de nossas faculdades e o ceticismo filosófico - um tema pouco considerado pela literatura mais recente, a despeito das muitas referências a tal filosofia. Ainda que, à primeira vista, tais referências possam parecer vagas e imprecisas, pensamos que um exame adequado de algumas delas pode revelar, não apenas a importância do tema para a compreensão de aspectos do seu próprio empreendimento, mas o interesse de Bacon pela literatura cética contemporânea. As peculiaridades de sua própria interpretação, por sua vez, parecem antecipar traços do modo como essa filosofia foi compreendida por filósofos posteriores, como Hume.This text focuses, in a preliminary way, on the relations between Francis Bacon's reflections on the limits of our cognitive faculties and philosophical skepticism, a theme not much considered by most of recent commentaries, in spite of Bacon's own explicit and numerous allusions to this philosophy. Even if these allusions seem at first sight somewhat loose and not very sharp, some of them reveal, we think, not only its relevance for understanding of some aspects of his own enterprise, but also Bacon's attention to the skeptical literature produced on the period. Moreover, the particularities of his own interpretation of skepticism seem to anticipate important features of the way this philosophy was understood by later philosophers as Hume.

  4. “É NECESSÁRIO FILOSOFAR NA TEOLOGIA”: UNIDADE E DIFERENÇA ENTRE FILOSOFIA E TEOLOGIA EM KARL RAHNER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manfredo Araújo de Oliveira

    2004-01-01

    Full Text Available Partindo da concepção usual entre os católicos da diferença radical entre filosofia e teologia, K. Rahner vai desenvolver uma tese provocativa: a filosofia é um momento interno que ela mesma pressupõe como sua condição de possibilidade. Ele legitima sua tese tanto teologicamente: a partir da relação entre natureza e graça, revelação e teologia, história universal e história especial da salvação e da revelação; quanto filosoficamente: o ser humano é compreensão de si e da totalidade do ser. A teologia, enquanto atividade humana, está subordinada como qualquer conhecimento, às condições necessárias de todo conhecimento humano. Assim, a filosofia enquanto explicitação transcendental das condições de possibilidade do conhecimento teológico constitui um momento interno de seu próprio trabalho. ABSTRACT: Parting from the usual conception among Catholics about the difference between philosophy and theology, K. Rahner develops a provocative thesis: philosophy is an interior moment which theology itself presupposes as its condition of possibility. He legitimizes his thesis first theologically: the relation between nature and grace, revelation and theology, universal history and the special history of salvation and revelation; and then, philosophically: the human being is self-comprehension and comprehension of the totality of being. Theology, insofar as a human activity, is subordinated as any knowledge to the necessary conditions of all human knowledge. Thus, philosophy, as transcendental expression of the conditions of possibility of theological knowledge, establishes an interior moment of theological activity itself.

  5. Entre a literatura e a filosofia: a intertextualidade nassariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Antunes de Macedo

    2009-01-01

    Full Text Available O romance Lavoura arcaica, de Raduan Nassar, insere-se nas tendências dapós-modernidade filosófica e do pós-modernismo artístico, na medida em quenele se encontra uma poética intertextual apontando tanto para a crítica à razãouniversal do Iluminismo quanto para a problematização do homem no discurso– aspectos centrais nas teorias pós-modernas. Em Cadernos de literaturabrasileira: Raduan Nassar, o escritor situa sua poética na flutuação de doisdomínios do conhecimento, que são a literatura e a filosofia – esta última sendogeradora de seu trabalho intertextual. Em seu texto ficcional, entrevemos essapoética nos comentários autoteorizantes efetuados pelo narrador, em suaaproximação paralela à crítica da pós-modernidade.

  6. Superficies de segundo orden

    OpenAIRE

    Salazar Salazar, Luis Álvaro

    1987-01-01

    Este trabajo se propone poner al alcance de estudiantes de primeros semestres de carreras de aplicación de la matemática, un algoritmo proporcionado por el álgebra lineal, para tratar con mas generalidad, agilidad y libertad unos objetos de la geometría analítica de no fácil manipulación por otros métodos y que se conocen como superficies de segundo orden o superficies cuádricas. En este orden de ideas, el autor considera importante que con este tratamiento se incluya este tema en una asignat...

  7. O Espírito do Cristianismo e o seu Destino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. W. F. Hegel

    2017-02-01

    Full Text Available Tradutor: Adilson Felício Feiler, SJ, Doutorando em Filosofia pela PUCRS. E-mail: feilersj@yahoo.com.br. Revisão de Agemir Bavaresco (PUCRS, Jozivan Guedes (PUCRS e Paulo Roberto Konzen (UFRGS. A tradução de O Espírito do Cristianismo e o seu Destino (Der Geist des Christentums und sein Schicksal, que ora segue, constitui, no dizer de Dilthey, uma das mais belas passagens escritas por Hegel. No entanto, é questionável se a obra constitui um todo acabado, já que Hegel interrompeu várias vezes sua redação, deixando linhas em branco e reiniciando o parágrafo com uma nova linha de pensamento. Mas, Nohl juntou em um texto homogêneo um composto de cinco fragmentos separados (N, 243-60, 261-75, 276-301, 302-24, 325-42. Pelas pesquisas de G. Schüler e Ch. Jamme, a obra se desenvolve em duas fases distintas, tendo como ponto de partida o outono/inverno de 1798 para 1799, em Frankfurt. É neste período que Hegel procura desvendar a origem da positividade das leis morais religiosas judaicas que o cristianismo procura superar pelo amor. Pelo espírito do cristianismo, Hegel ensaia uma resposta à questão da unidade, que passa a ser veiculada pelos impulsos naturais da vontade. É, por isso, este um período hegeliano denominado de período anímico. A tradução é da seguinte edição alemã: HEGEL, G. W. F. Frühe Schriften. Werk 1. Suhrkamp Taschenbuch Wissenschaft: Frankfurt am Main, 1994, p. 397-418. Esta quinta e última parte da tradução consiste em mostrar o esforço de Jesus de Nazaré na luta contra as divisões que conduza à fé no Reino de Deus. Tal esforço se dá pela liberdade, por um sinal do destino, desenvolvendo-se relações que estão para além daquelas do mundo, do Estado e da religião. Estas relações privilegiam a unidade no amor, como não passividade ao destino.

  8. O Behaviorismo Radical como filosofia da mente Radical Behaviorism as philosophy of mind

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Lopes

    2003-01-01

    Full Text Available O Behaviorismo Radical de B. F. Skinner é constantemente acusado de eliminar a mente de sua explicação do comportamento humano. Uma análise do livro The Concept of Mind, de Gilbert Ryle, sugere a possibilidade de defender a existência de uma mente relacional, diferente da categoria de existência da mente defendida em interpretações cartesianas (mente substancial. A análise de alguns textos de Skinner sugere que o conceito de uma mente relacional também pode ser defendido no Behaviorismo Radical. Esse fato, culminaria na possibilidade de que, além de filosofia da Ciência do Comportamento, o Behaviorismo Radical, também pode ser uma filosofia da mente, o que traria conseqüências ao estudo e à aplicação da Análise do Comportamento.B. F. Skinner's Radical Behaviorism has been repeatedly accused of eliminating the mind from its explanation of human behavior. An analysis of Gilbert Ryle's book, The Concept of Mind, suggests the possibility of defending the existence of a relational mind, different from the category of existence of mind defended in Cartesian interpretations (substantial mind. The analysis of some texts of Skinner suggests that the concept of a relational mind can also be defended in Radical Behaviorism. This fact would lead to the possibility that, beyond a philosophy of Behavior Science, Radical Behaviorism may also be a philosophy of mind, which would bring consequences to the study and application of Analysis of Behavior.

  9. Psicoterapia e filosofia. Un progetto di ricerca adleriano su inferiorità e compensazione

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franco Maiullari

    2012-11-01

    Full Text Available Questo scritto presenta un Progetto di ricerca su due dei più importanti concetti del modello psicoterapeutico adleriano (Psicologia Individuale – cioè l’inferiorità e la compensazione – in una prospettiva evoluzionistica e psicodinamica. L’ipotesi di lavoro è che questi due concetti siano presenti trasversalmente in vari ambiti (psicoterapia, filosofia, religione, mitologia, storia, politica, ma anche etologia, biologia e genetica, pure con le loro specificità. Il Progetto di ricerca sviluppa alcune congetture che sono state chiamate “Le leggi fondamentali dell’inferiorità e della compensazione psichica nell’uomo”.

  10. Filosofia da tecnologia e educação: conservação ou crítica inovadora da modernidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Antônio da Rosa

    Full Text Available Resumo: O campo dos estudos sobre ciência e tecnologia e seus benefícios na vida das populações está sendo questionado de maneira veemente nos últimos tempos. A justificativa de que o desenvolvimento da ciência e da tecnologia avança de maneira inexorável e neutra caiu por terra, frente às inúmeras confrontações e limites a que ficou exposta essa racionalidade. São muitos testemunhos e mesmo movimentos teóricos que questionam essa crença atualmente. Nesse texto, pretende-se delimitar alguns marcos teórico-conceituais nos quais se desenvolvem tais propostas do ponto de vista de sua relação com a educação. Para isso, parte-se da discussão, proposta por Marilena Chauí, sobre o modo como se constitui a racionalidade moderna e sua forma de apropriação pelas populações através da ideologia do cientificismo. A seguir, a crítica a essa racionalidade é avaliada segundo os preceitos da Escola de Frankfurt, especialmente na visão de Marcuse e Feenberg. Por último, procura-se apresentar alguns fundamentos dos estudos do movimento Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S sobre essas questões, derivando reflexões para o campo da educação. Trata-se de avançar a discussão de suas origens, conforme exposto na filosofia da tecnologia, de Heidegger, a qual acredita ser destino da humanidade viver sob a égide da técnica, em busca de uma outra relação com a realidade, mais em harmonia com a natureza.

  11. Segundos mensajeros Second messengers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Patricia Díaz Hernández

    1989-01-01

    Full Text Available

    En esta revisión se describen, de manera esquemática, los mecanismos de acción empleados por los SEGUNDOS MENSAJEROS comenzando por el estimulo del receptor y continuando con las reacciones en cadena que conducen finalmente a una respuesta celular.

    This review schematically describes the different mechanisms of action that Second Messengers employ to stimulate receptors and then Initiate a chain of reactions that finally lead to appropriate cellular responses.

  12. Temas de Física para Ingeniería: Segundo principio de la termodinámica

    OpenAIRE

    Beléndez Vázquez, Augusto

    1992-01-01

    Acústica, fluidos y termodinámica: "Segundo principio de la termodinámica". Necesidad y enunciado del segundo principio. Rendimiento de las máquinas térmicas y frigoríficas. Ciclo de Carnot. Escala termodinámica de temperaturas. Entropía. Variaciones de entropía en procesos reversibles e irreversibles. Entropía y segundo principio.

  13. Somos conflictivos, pero... Actualidad de la tesis de Kant sobre la insociable sociabilidad de los humanos y su prolongación por parte de Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Requejo, Ferrán

    2007-12-01

    Full Text Available In this paper we address Kant’s thesis of human beings’ unsocial sociability and a number of related themes such as perpetual peace, cosmopolitanism and patriotism and how this thesis was extended by Hegel. We consider Kant’s thesis to be a more suitable framework with which to observe modern- day reality than that offered by many of the political and social theories that are currently in use. Although there is no doubt that Kant was a moral philosopher, this thesis shows a certain degree of distrust of mere moral imperatives. The latter are, on their own, ineffective for «humanizing humanity». Today we know that rationality expressed through language is what distinguishes us as a species. However, it is likely that this is not what constitutes us as individuals of this species. Unsocial sociability works well as a conceptual framework with which to address the current difficulties facing democracies, in both the international sphere and in the sphere of their internal pluralism of a cultural and, in some cases, a national, nature. Kant and Hegel are philosophers of History because both offer ways to overcome many conflicts through politics. From a contemporary perspective, unsocial sociability is a concept which complements —in an individual dimension (Kant as well as in a socio-political dimension (Hegel— what is an unavoidable feature of the contemporary world: the pluralism of values, interests and identities, which are usually agonistic in nature, and which are endowed with emotional components.

    En este artículo abordamos la tesis de Kant sobre la insociable sociabilidad de los humanos y algunos temas conexos como la paz perpetua, el cosmopolitismo y el patriotismo, así como su continuación por parte de Hegel. En la tesis kantiana vemos un marco más adecuado para observar la realidad actual que el ofrecido por muchas de las teorías políticas y sociales más en uso. A pesar

  14. El Estado, sus fines y su relación con el Derecho. La perspectiva de Felice Battaglia

    OpenAIRE

    Anzalone, Angelo

    2013-01-01

    Estado, sociedad, Derecho, juridicidad. Se trata de los principales conceptos que preocupan las corrientes idealistas alemanas y, en un segundo momento, las corrientes neo idealistas italianas. Siguiendo la estela de Hegel, Gentile y Croce, son los dos grandes pensadores italianos que han querido presentar el Estado como autentica categoría espiritual. Entre el 1940 y el 1970, en Italia, aparecen una serie de autores que, sin abandonar del todo sus originarias posturas, pretenderán ¿depurar¿ ...

  15. Cultura material, oralidade e simbologia. Existe uma filosofia em África?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Geraldo Amâncio Diniz Oliveira

    2003-10-01

    Full Text Available Considerando-se o modus vivendi africano, não há dúvida de que há uma visão de mundo que poderia se configurar como “Filosofia”. A valorização, tanto da cultura material como da riqueza espiritual e princípios éticos dos diversos grupos que compõem o mosaico cultural africano, evidencia o legado de gerações passadas às novas gerações. Mesmo não havendo uma sistematização do conhecimento, haveria, pois, uma filosofia de vida em que a herança cultural recebida é continuamente reelaborada e confrontada com a dinamicidade da realidade circundante, que se mostra em contínuo vir-a-ser.

  16. Teologia, Ciência da Religião e Filosofia da Religião: definindo suas relações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dierken, Jörg

    2009-01-01

    Full Text Available Trata-se de revisitar o complexo fenômeno da religião, à luz das articulações e diferenciações entre teologia, filosofia da religião e ciência da religião, particularmente no contexto sociocultural da modernidade e suas categorias iluministas de racionalidade, liberdade e ciência, em grandes pensadores tais como Max Weber e Ernst Troeltsch

  17. Sobre la filosofia de l’humanista valencià Joan Serra al "De contemplatione amicicie". Notes a una traducció catalana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salvador Cuenca Almenar

    2013-06-01

    Full Text Available Resum: Presentem la traducció catalana del De contemplatione amicicie, escrit per l’humanista valenciàJoan Serra l’any 1454. La traducció parteix de l’edició curada per Evencio Beltran de l’únic manuscritconegut: BNF ms Nat. lat. 8756. La translació s’acompanya d’una introducció historicofilosòficaarticulada al voltant de l’analogia fonamental de l’obra, a saber, la concòrdia absoluta de dos amicsés com la unió perfecta del cos i de l’ànima humana. S’hi analitzen les fonts fonamentals: Cicerói Pseudo-Agustí, i s’hi constata l’organització dual dels continguts del text, en tant que dedica elscapítols senars a la consideració de la unió del cos i l’ànima segons la filosofia natural, mentre queels parells a la concòrdia absoluta dels amics virtuosos d’acord amb la filosofia moral.Paraules clau: Joan Serra, Ciceró, Pseudo-Agustí, Filosofia moral de l’amistat, Humanismevalencià.Abstract: We present the Catalan translation of De contemplatione amicicie, written by the Valencianhumanist Joan Serra in 1454. The translation is based on the only known manuscript (BNFms Nat. lat. 8756, edited by Evencio Beltran. The likelihood of the perfect union between bodyand soul and the complete accord between two friends is the basic analogy of the text and guidesthe composition of a historical and philosophical introduction that precedes the translation. Weanalyze its main sources, namely, Cicero and Pseudo-Augustine. Moreover, we reveal the dual organizationof the text, which devotes odd chapters to natural philosophy and to the union betweenbody and soul, while even chapters to ethics and to the absolute accord between virtuous friends.Keywords: JoanSerra, Cicero, Pseudo-Augustine, moral philosophy of friendship, Valencian humanism

  18. EL CONFLICTO TRÁGICO EN LA ESTÉTICA DE HEGEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CRESCENCIANO GRAVE

    2007-01-01

    Full Text Available Resumen: El ensayo expone la teoría hegeliana de la poesía como una elaboración lingüística en la cual convergen la esencia y la existencia del hombre en el mundo, expresándose de modo objetivo en la épica, subjetivo en la lírica y reuniendo libertad y objetividad en el drama. La reunión dramática de la libertad del sujeto y de la objetividad de un mundo alcanza su máxima transparencia en el conflicto trágico. Y éste, a lo largo de la historia, ha asumido dos grandes formas: la griega clásica y la romántica moderna. Adentrándose en la especificidad de estas dos formas del conflicto trágico, el ensayo reflexiona a la tragedia en general como la forma artística que patentiza la precaria grandeza de los hombres en el mundo. Y desde esta reflexión perfila una crítica a la concepción de Hegel de la presunta superación de la poesía por la filosofía reivindicando para el lenguaje de esta el esfuerzo por hacer converger esencia y existencia asumiendo el desarraigo, la contingencia y la finitud que la poesía trágica, sobre todo en su forma moderna, nos presenta como constitutivos de nuestro estar histórico en el mundo.

  19. History and Philosophy of Science: a Phylogenetic approach História e filosofia da ciência: uma abordagem filogenética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    James G. Lennox

    2001-12-01

    Full Text Available In the aftermath of Thomas Kuhn's The structure of scientific revolutions, there was a great deal of discussion about the relationship between the History of Science and the Philosophy of Science. A wider issue was at stake in these discussions: 'normativism' versus 'naturalism' in Epistemology. If the History of Science, at best, gives us reliable information about what actually occurred historically, how can it inform debates about such things as confirmation or explanation in Philosophy of Science? This essay makes a case for the centrality of historical investigation in the Philosophy of Science. I will defend what I term the 'Phylogenetic' approach to the Philosophy of Science. I will argue that since the foundations and dominant methods of a particular scientific field are shaped by its history, studying that History can give us considerable insight into conceptual and methodological problems in a particular Science. The case will be made both on general, philosophical grounds, and by compelling instantiation.A publicação de A estrutura das revoluções científicas de Thomas Khun resultou em uma grande discussão sobre a relação entre a história da ciência e a filosofia da ciência. Nessa discussão, o que estava em jogo era algo bem mais abrangente, isto é, o 'normativismo' versus o 'naturalismo' em epistemologia. Se a história da ciência, na melhor das hipóteses, nos dá informações confiáveis quanto ao que realmente ocorreu historicamente, como é que ela pode auxiliar os debates da filosofia da ciência sobre aspectos tais como confirmação e explicação? O presente artigo defende a centralização da investigação histórica para a filosofia da ciência. O autor defende o que ele chama de abordagem 'filogenética' à filosofia da ciência, argumentando que, uma vez que a as bases e métodos que prevalecem em uma área científica são moldados pela sua história, estudar esta história pode esclarecer

  20. El problema de las filosofías de los pueblos originarios. Un acercamiento desde la filosofía de la liberación; O problema das filosofias dos povos originais. Uma abordagem da filosofia da libertação; The problem of the philosophies of the Original Peoples. An approach from the philosophy of liberation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Alberto Reyes López

    2018-01-01

    Full Text Available Resumen: En el presente trabajo me propongo comunicar lo que considero es un desafío radical a la manera en que se ha venido practicando eso que hemos dado en llamar “filosofía” y que responde a un explícito carácter eurocéntrico del que no ha podido despojarse. Porque no podrá negarse que la cuestión de “las filosofías de los pueblos originarios, esto es, las filosofías autóctonas de las distintas civilizaciones de la humanidad, supone una franca provocación a lo que se ha considerado por excelencia como la “aportación” de Occidente al mundo. En lo que viene pretendo dar cuenta de estos prejuicios que han imposibilitado hasta el día de hoy el reconocimiento pleno de este asunto y que el desarme de estos prejuicios etnocéntricos implica la urgencia de una filosofía crítico-liberadora. Porque hay que decir que la exigencia central en este tema sigue siendo poder liberar las voces de la historia que han sido ocultadas por un poder imperial. En la consecución de “las filosofías de los pueblos originarios” nos encontramos inevitablemente en la redefinición de la filosofía como actividad esencialmente humana. Palabras clave: filosofía, pueblos originarios.   Resumo: No presente trabalho, proponho comunicar o que considero um desafio radical para a forma como praticamos o que chamamos de "filosofia" e que responde a um personagem eurocêntrico explícito do qual não foi capaz de alienar. Porque não se pode negar que a questão das "filosofias dos povos nativos, isto é, as filosofias autóctones das diferentes civilizações da humanidade, é uma provocação franca ao que foi considerado por excelência como a" contribuição "do Ocidente para a mundo. No que vem fingir explicar esses preconceitos que hoje tornaram impossível reconhecer plenamente essa questão e que o desarmamento desses preconceitos etnocêntricos implica a urgência de uma filosofia criadora de direitos críticos. Porque deve-se dizer que a

  1. As Mídias Segundo Mafalda

    OpenAIRE

    Dantas, Juliana Bulhões Alberto; Machado, Diolene Borges; Muniz, Euzébia Maria de Pontes Targino; Gomes, Marcelo Bolshaw

    2012-01-01

    MUNIZ, Euzébia M. P. T. ; MACHADO, Diolene B. ; BULHOES, Juilana A. D. As mídias segundo Mafalda. RUA. Revista Universitária do Audiovisual, v. v.2, p. p.01, 2012. O artigo almeja discorrer sobre o possível uso das tirinhas da personagem Mafalda, do cartunista Quino, em ambiente escolar. A hipótese desenvolvida é a de que as tirinhas podem ser uma prática educomunicacional com o objetivo de atuar na construção do pensamento crítico de jovens provindos do Ensino Médio brasileiro.

  2. O ensaio como narrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Duarte

    2016-02-01

    Full Text Available O artigo tenta demonstrar que todos os textos, mesmo aqueles cuja natureza é teórica, têm alguma forma de narrativa. Nem sempre são personagens que os ocupam, podem ser ideias, mas mesmo assim há um enredo conceitual que se passa. Modernamente, a forma dessa narrativa foi sobretudo o sistema, com a pretensão totalizadora presente, por exemplo, na filosofia de Hegel. Contemporaneamente, porém, a forma do ensaio – surgida ainda na era moderna – ganha destaque por sua forma descontínua de narrar. O objetivo do artigo é apontar que, se o ensaio é uma forma, como explicitaram Lukács, Benjamin e Adorno, ele é também uma forma de narrar – ainda que de narrar conceitualmente objetos da cultura.

  3. Hegel, Recognition And Rights: ‘Anerkennung’ As A Gridline Of The Philosophy Of Rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jürgen Lawrenz

    2007-12-01

    Full Text Available Although the emlocus classicus /emof the concept of recognition is the master/slave episode of the Phenomenology, it is readily portable into the emPhilosophy of Right/em. However, the fact that the term occurs only six times in the 400 pages of the emPhilosophy of Right/em has obscured its structural role, and accordingly scholarly effort is scant on the concept as it might pertain to this work. It is the argument of this paper that despite its lsquo;invisibilityrsquo; it governs foreground proceedings as if from behind a curtain, for it cannot be gainsaid that the conceptual foundation of the Rights empresupposes/em the principle of recognition. The suspicion has been voiced that Hegel deliberately emsuppressed/em reminders of the presence of emAnerkennung/em in his philosophy of rights in order to distance himself from the perceived limitations of the Fichtean exposition of the concept. Accordingly this paper brings up the background of Fichte and examines the PhR in its strategic dispositions to uncover the recognitive structure implied in it.

  4. Rosser Reeves e a filosofia unique selling proposition : elementos para a história da publicidade

    OpenAIRE

    Rosa, António Machuco

    2017-01-01

    Esta comunicação tem como principal objectivo analisar o enquadramento teórico que Rosser Reeves (1910-194) deu ao seu trabalho como publicitário criativo, partindo do da exposição da filosofia de Unique Selling Proposition que ele fez na sua obra de 1961, The Reality of Advertising. O trabalho de Reeves será visto no contexto mais geral da história da publicidade, salientando-se, nomeadamente que sempre existiram duas grandes tendências, inicialmente tematizadas pela agência J. Walter Thomps...

  5. Movimento estudantil no Rio de Janeiro nos Anos 60 : educação, política e cultura na Faculdade Nacional de Filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Cunha Fernandes

    2011-01-01

    Full Text Available The article discusses the student movement in the city of Rio de Janeiro in the 60s and its performance in the Faculdade Nacional de Filosofia (National Faculty of Philosophy, of the former University of Brazil (now Federal University of Rio de Janeiro. Built in 1939 as a model of the university project of the Estado Novo in Brazil, the Faculdade Nacional de Filosofia was responsible for the formation of numerous scientists and progressive teachers and a significant focus of student protest in the period studied. In a time period from the late ‘50s until the year 1968, the text presents the activities of students within the institution and its political and cultural activities in the local context, and intends to expose two theses: how the performance of the students marked the profile of the institution and how the performance of the students was marked by the appreciation of culture as a privileged terrain of action.

  6. El Segundo Cerebro del ser humano.

    OpenAIRE

    Rocío Ponce

    2015-01-01

    Existen dos tipos de cerebros, el conocido por todos formado por el sistema nervioso central, que sería el cerebro donde las emociones se forman en base a las experiencias anteriores. El segundo cerebro, el otro, ignorado por la mayoría de seres humanos es el cerebro que está en los intestinos, Sistema Nervioso Enteral o mesentérico, que se caracteriza por la relación del cerebro y aparato digestivo, este cerebro posee más neuronas que su par, guarda emociones, determina la respuesta de acuer...

  7. Totalitarismo, tecnocracia e sociedade de massas: uma reflexão sobre a distopia na sociedade contemporânea e a contribuição da filosofia da tecnologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília de Sousa Neves

    2017-03-01

    Full Text Available Este artigo visa explorar a articulação intrínseca entre tecnocracia, totalitarismo e sociedade de massa enquanto fenômenos interdependentes, cuja convergência introduz a distopia em seu paroxismo e atualidade. Utilizaremos como fio condutor de nossa reflexão o livro Admirável mundo novo escrito por Aldous Huxley, bem como o background propiciado pela atual filosofia da tecnologia. Visto que vivemos em uma sociedade de massas governada por um estado com traços claramente totalitários e cujo poder político se sustenta na tecnologia, a revisão da relação entre tecnocracia, totalitarismo e massificação se torna um item importante na agenda da filosofia contemporânea.

  8. Filosofia da ciência como ferramenta microeconômica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Barbieri

    2009-06-01

    Full Text Available A teoria neoclássica pressupõe conhecimento perfeito. A crítica hayekiana a essa teoria, por sua vez, afirma que esse conhecimento é resultado do processo competitivo e, portanto, não pode ser considerado como dado. O “Problema de Hayek” investiga sob que condições o conhecimento do agente se aproxima dos reais fundamentos de uma economia. A fim de solucionar o “Problema de Hayek”, o nosso artigo utiliza algumas idéias da literatura de metodologia da Ciência, conhecida como teoria do “crescimento do conhecimento” (Popper, Kuhn, Lakatos e outros. Essas idéias são utilizadas para se compreender como evolui o conhecimento dos agentes econômicos, em especial o dos empresários. Estes são vistos como ativos formuladores de teorias empresariais conjecturais criticadas no processo competitivo, não como agentes passivos que maximizam funções já conhecidas da teoria convencional. Utiliza-se a Filosofia da Ciência não para analisar metodologicamente a microeconomia, mas, sim, como ferramenta analítica pertencente à própria teoria econômica.

  9. APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN EM UMA EMPRESA DO RAMO DE SEGURANÇA ELETRÔNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludimila Aparecida de Oliveira Lima

    2016-11-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta a aplicação da filosofia Kaizen em uma linha de produção em uma empresa do ramo de segurança eletrônica localizada no distrito industrial de Santa Rita do Sapucaí- MG. O objetivo dessa filosofia é a melhoria contínua nos processos e produtos da empresa. Sendo assim foram realizadas reuniões e tarefas com a equipe, nas quais se buscam obter resultados e melhorias durante o período de uma semana. Foram utilizadas ferramentas da produção enxuta para analisar os processos. Da mesma forma foram identificados os problemas e suas respectivas causas raízes e, implementadas ações de melhorias. Assim, são apresentados dois momentos distintos, o anterior à aplicação da técnica de eventos Kaizen e pós-aplicação da mesma. Como resultado foi evidenciado aumento de produtividade da célula em cerca de 8,33%, houve a eliminação de um posto de trabalho, com a liberação de um operador para outra linha produtiva, na qual o mesmo se fazia necessário. Houve ainda a redução do custo de fabricação, do produto estudado, em cerca de 20,60%, bem como a implantação de 18 melhorias na célula em questão, ambas superando as metas do início do evento.

  10. A filosofia no ensino médio: a prática na sala de aula

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angeluce Comoretto Parcianello

    2017-02-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo delinear a filosofia no ensino médio: a prática na sala de aula com conteúdos propostos pela escola. Essa prática ocorreu numa escola do perímetro urbano no centro de uma cidade situada no Rio Grande do Sul, no ano de 2001. As aulas foram ministradas para adolescentes entre 14 e 19 anos idade. Procuramos envolver o aluno ao máximo para que ele próprio se sentisse instigado para discutir os assuntos propostos na sala de aula, com metodologia e análise da avaliação e prática docente.

  11. Modernidade e o novo lugar da Filosofia: a idéia de Reconstrução em Habermas

    OpenAIRE

    Clodomiro José Bannwart Júnior

    2005-01-01

    O artigo busca discutir a forma como Habermas relaciona a atitude moderna do pensamento filosófico com outras esferas do conhecimento, a partir da importância que ele credita aos subsídios e conhecimentos desenvolvidos pelas ciências empíricas. Esse fato aponta para a constatação de que a filosofia adquire em Habermas uma nova perspectiva de atuação como decorrência do modo de compreensão de seu conceito de modernidade.

  12. José Segundo de Lema : Arquitectura del siglo XIX en Aranjuez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magdalena Merlos Romero

    2006-01-01

    Full Text Available El arquitecto José Segundo de Lema es autor de varias obras en Aranjuez en el siglo XIX. Se valora el estilo del arquitecto, la tipología arquitectónica y su integración en el concepto urbano del real sitio. Se analizan la reforma del Hospital de San Carlos, el cementerio y varios palacios privados.The architect José Segundo de Lema is the autor of several works in Aranjuez in the XIXth Century. We value the architect’s style, the architectural typology and its integration in the urban concept of the Royal Site of Aranjuez. We analyse the reform of the San Carlos Hospital, the cemetery and several private palaces.

  13. El último estadio de la Historia (Memoria, Rememoración y Bildung: sobre la teoría de la Modernidad en Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heller, Agnes

    1996-10-01

    Full Text Available Not available.

    En el presente artículo la autora se plantea la posibilidad de supervivencia de la modernidad, tal y como Hegel aborda ese más que crucial problema mediante el concepto de Mundo Moderno. Este concepto puede entenderse en tanto que tiempo presente histórico absoluto, el cual lleva implícita la desmemoria histórica, pero asimismo en tanto que continuo hacerse presente que, mediante la filosofía, rememora y dota de significado nuestra experiencia colectiva. La rememoración es el instrumento de la modernidad que se apropia de su pasado para conocer las posibilidades del futuro, y el aliado de la Bildung (educación que caracteriza a aquellos individuos que todavía pretenden transformar las cosas y afirmar el reconocimiento mutuo como base de la autocomprensión y la comprensión del Otro. Sin embargo, la autora defiende frente a Hegel un poder de rememoración que no cancela la moralidad kantiana, pues una descripción normativa del mundo moderno ya no cuenta con un espíritu absoluto que supera la mera «historia empírica». Este siglo nos ha ofrecido -y todavía ofrece- un horror tan real que no se deja subsumir dentro de ningún sistema que, al fin y al cabo, no sabe distinguir el bien del mal en aras de lo absoluto.

  14. La filosofia di Hans-Georg Gadamer e il problema del disagio della modernità. Ermeneutica, estetica, etica e politica

    OpenAIRE

    Marino, Stefano

    2008-01-01

    L’ermeneutica filosofica di Hans-Georg Gadamer – indubbiamente uno dei capisaldi del pensiero novecentesco – rappresenta una filosofia molto composita, sfaccettata e articolata, per così dire formata da una molteplicità di dimensioni diverse che si intrecciano l’una con l’altra. Ciò risulta evidente già da un semplice sguardo alla composizione interna della sua opera principale, Wahrheit und Methode (1960), nella quale si presenta una teoria del comprendere che prende in esame ...

  15. A DISCIPLINA DE FILOSOFIA NO BRASIL DESDE OS JESUÍTAS ATÉ A LDB Nº 9394/96: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS

    OpenAIRE

    Gomes dos Santos, Yvisson

    2017-01-01

    O presente artigo trata sobre a historicização do ensino da disciplina de filosofia no Brasil, desde a cultura educacional jesuítica até a atual LDB 9304/96. Essa pesquisa trouxe-nos efetivamente um olhar dinâmico da extemporaneidade e contemporaneidade de tal disciplina, no qual se observou que seu percurso foi traçado por avanços significativos através das modificações político-educacionais no Brasil.

  16. Ambiente ecológico e mundo vivido: aproximações possíveis entre a fenomenologia de Merleau-Ponty e a Filosofia Ecológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Balthazar Ramos Ferreira

    2017-05-01

    Full Text Available O problema mente-corpo esteve na base das discussões filosóficas ao longo de grande parte da história do pensamento ocidental. Com relação à Filosofia da Mente, inúmeros foram os trabalhos que divergiram quanto à separação ou não entre a mente e o corpo, a constituição de ambos ou mesmo a existência do primeiro. Nesse trabalho, abordaremos a posição de Maurice Merleau-Ponty quanto ao dualismo em sua obra A Fenomenologia da Percepção, sua saída para superá-lo e a intrínseca relação do homem com o mundo. Quanto a este último aspecto, buscaremos estabelecer um diálogo com a ideia de ambiente ecológico, abordada pela Filosofia Ecológica, apontando os fatores em comum entre os dois pensamentos filosóficos.

  17. Modernidade e o novo lugar da Filosofia: a idéia de Reconstrução em Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clodomiro José Bannwart Júnior

    2005-07-01

    Full Text Available O artigo busca discutir a forma como Habermas relaciona a atitude moderna do pensamento filosófico com outras esferas do conhecimento, a partir da importância que ele credita aos subsídios e conhecimentos desenvolvidos pelas ciências empíricas. Esse fato aponta para a constatação de que a filosofia adquire em Habermas uma nova perspectiva de atuação como decorrência do modo de compreensão de seu conceito de modernidade.

  18. Segundo Concurso Latinoamericano de Novela Alba Narrativa 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boletín Cultural y Bibliográfico Banco de la República

    2007-10-01

    Full Text Available El Fondo Cultural del Alba, a través del Centro Cultural Dulce María Loynaz, convoca al Segundo Concurso Latinoamericano de Novela Alba Narrativa 2011 , para autores menores de cuarenta años, con el propósito de estimular y promover a los jóvenes novelistas que escriben con una mirada latinoamericana y renovadora en los países de nuestra América.

  19. Procesos de inferencia y aprendizaje de relaciones causales en el condicionamiento de segundo orden

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier Vila

    2007-01-01

    Full Text Available Los objetivos de este trabajo fueron en primer lugar, demostrar la fiabilidad y las condiciones necesarias del condicionamiento de segundo orden (CSO en tareas de aprendizaje causal (Experimento 1; en segundo lugar, mostrar que la extinción de la relación causal de primer orden, no produce el mismo efecto de extinción en la relación causal de segundo orden (Experimento 2. Las aportaciones de este estudio fueron por un lado, que durante la fase de extinción de la causa de primer orden, se conservó el nivel de excitación en la condición de control; y por otro, que en la fase de prueba se evaluaba el efecto de la extinción no sólo sobre las claves de segundo orden, sino también sobre todas las de primer orden, extinguidas o no. Los resultados comprobaron que la extinción y ruptura de la relación causal de primer orden, no genera la extinción de la relación de segundo orden (CSO una vez establecida, aunque sí produjo una atenuación de la fuerza de dicha relación causal. El conjunto de resultados es fácil de explicar desde los mismos modelos asociativos utilizados para explicar dicho efecto (CSO en condicionamiento animal, basados en el aprendizaje de relaciones independientes entre estímulos condicionados y estímulos incondicionados. De manera similar y desde una perspectiva cognitiva, los resultados sugieren que el individuo durante el proceso de aprendizaje del CSO no forma relaciones causales encadenadas, sino más bien relaciones relativamente independientes entre cada causa y sus efectos.

  20. Pela afirmação da importância da Filosofia no Ensino Médio brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2015-08-01

    Full Text Available A proposta deste artigo consiste em demonstrar os benefícios que o ensino de Filosofia para jovens pode ofertar na formação cultural destes, concedendo-lhes instrumentos para que venham a desenvolver uma postura crítica perante a realidade e a ordem social vigente. Pretende-se argumentar que o ato de filosofar, em sua essência, não é exclusividade de uma classe de seres humanos amadurecidos, conforme alguns núcleos conservadores do pensamento filosófico tendem a considerar, demonstrando assim uma visão de mundo conservadora e insensível aos problemas educacionais que afligem a cultura nacional.

  1. Edward C. Little Water Recycling Plant, El Segundo, CA: CA0063401

    Science.gov (United States)

    Joint EPA and Los Angeles Regional Water Quality Control Board NPDES Permit and Waiver from Secondary Treatment for the West Basin Municipal Water District Edward C. Little Water Recycling Plant, El Segundo, CA: CA0063401

  2. AS CONCEPÇÕES DE INFÂNCIA E AS TEORIAS EDUCACIONAIS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ghiraldelli Jr

    2001-02-01

    Full Text Available O artigo aborda concepções de infância e as liga com a filosofia da educação. Em um primeiro momento o texto apresenta Descartes e Rousseau como pensadores modernos - eles abriram nossas mentes para a infância. Lembra que Nietzsche e Nabokov falaram de modo diferente sobre a infância. Mas todos falaram de uma "natureza da criança", boa ou má. Nossas histórias sobre a infância começaram a mudar porque o historicismo de Hegel, Collodi e Ariés solicitou uma infância feita pela sociedade e pela história. Ela não é boa nem má. O texto explica que a filosofia da educação seguiu esse modo moderno com Herbart, Dewey e Paulo Freire. Esses pensadores falaram sobre a infância e, mais ou menos, sobre uma "natureza da criança" - mas não radicalizaram essa idéia. Mas toda idéia sobre infância é rompida em uma era pós-moderna. Pós-modernismo diz: não precisamos de uma concepção de infância. Assim, podemos ter uma educação diferente e uma filosofia da educação diferente - sem discriminação. Leis protegem as crianças - isso estava junto com a idéia de "natureza da criança", mas a discriminação veio junto - ela veio com o conceito de infância. O Pós-modernismo diz adeus ao conceito de infância, e advoga que, sem ele, estamos em uma situação melhor.

  3. A família como uma realização da eticidade democrática segundo Honneth: para além do modelo androcêntrico e do naturalismo de Hegel = The family as a realization of democratic ethicity according to Honneth: Beyond the androcentric model and the naturalism of Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lima, Francisco Jozivan Guedes de

    2016-01-01

    Full Text Available Este artigo tenciona apresentar a concepção de família como uma esfera da eticidade democrática segundo Axel Honneth, especificamente, a partir da reconstrução socionormativa desenvolvida em Das Recht der Freiheit. Honneth reconstrói como a mulher por meio da inserção no mercado de trabalho conquistou reconhecimento e rompeu com um modelo androcêntrico de divisão das tarefas familiares; analisa a transição do modelo tradicional de família baseado na marginalização da figura feminina para um modelo democrático baseado na parceria e na solidariedade. A reconstrução do modelo normativo de democracia familiar opõe-se à naturalização hegeliana das relações familiares. Honneth entende que a família na sua composição e na sua mudança tem uma base fortemente cultural, de modo que ela pode ser legitimamente composta por casais heterossexuais, homossexuais e por filhos adotivos

  4. Disturbi dello spettro autistico tra filosofia della medicina e delle neuroscienze

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlo Maria Cirino

    2012-05-01

    Full Text Available L’autismo è un disturbo pervasivo dello sviluppo neuropsicologico che interessa all’incirca un bambino su mille. Purtroppo, si tratta di un dato destinato ad aumentare, anche per via dell’interesse mediatico e scientifico che questa patologia è stata capace di richiamare intorno a sé. Da un lato, infatti, sono aumentate le richieste di screening presso i numerosi centri che monitorano questa complessa patologia neurologica e dall’altro sono migliorate le tecniche di diagnosi che sempre più spesso si avvalgono di esami genetici all’avanguardia in aggiunta alle ormai classiche interviste psicologiche. L’autismo pone, dunque, serie questioni all’attenzione della ricerca scientifica sia nel vasto campo delle neuroscienze che in quello della neuropsichiatria e della psicologia clinica. Ebbene: quel settore della filosofia che guarda alla scienza con interesse particolare, non può che seguire con partecipazione i progressi nella spiegazione di questa misteriosa patologia che, attualmente, resta un vero e proprio rompicapo per tutti coloro che hanno a che fare con la complessità dell’organizzazione cerebrale dell’essere umano.

  5. Filosofia e neurociência: entre certezas e dúvidas Philosophy and neuroscience: between certainties and doubts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Zimmermann

    2011-12-01

    Full Text Available Quando tentamos pensar o movimento humano, esse corpo vivo em relação com o mundo, por meio de conceitos restritos a uma única área, constata-se a complexidade deste fenômeno, que se mostra a cada novo movimento da ciência. Considerando esta complexidade, retomamos neste ensaio a possibilidade de diálogo entre Filosofia e Ciência, aqui ocupadas com os estudos sobre corpo e movimento humano. Recorremos, então, ao estranhamento entre Neurociência e Filosofia, em especial a Fenomenologia de Merleau-Ponty, por meio de exemplos clínicos e reflexões, não no sentido de buscar um sistema de explicações, forçar uma aproximação ou apontar elementos para fins de hierarquização, mas com o intuito de extrair deste movimento os elementos que nos ajudem a pensar nossas certezas e dúvidas acerca do movimento humano. A Filosofia nos auxilia, inicialmente, a indagar sobre os pressupostos e consequências das pesquisas, recolocando questões e restaurando o lugar da dúvida. A Ciência, por sua vez, abre campos, aguça curiosidades, e mesmo sem admiti-lo, deixa-se questionar. A separação entre as diferentes formas de pensar a realidade e produzir conhecimentos não precisa necessariamente ser combatida, às custas do enfraquecimento de ambas, mas é possível extrair consequências interessantes de um movimento de aproximação entre as duas áreas.When considering the human movement from a restricted point of view (i.e. from only one field of study, its complexity is evident at each new step in Science. Considering such complexity in the human movement, we revisit the possibility of a dialogue between Philosophy and Science, focusing on the studies on the human body and movement. We invoke the strangeness between Neuroscience and Philosophy, especially the phenomenology of Merleau-Ponty with clinical examples and reflexions. The intention is not to find a system of explanations, to force an approximation or to point out elements for

  6. Tratado Sobre os gigantes, de Fílon de Alexandria: apresentação, tradução, notas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Motta Rios

    2008-03-01

    Full Text Available A importância da obra de Fílon de Alexandria ainda hoje é múltipla e real inclusive para o judaísmo. Conforme observado por David Runia (RUNIA, 1990, p. 185-186, seu estudo é válido para qualquer um que se interesse por literatura judaico-­helenística, judaísmo do segundo templo, Novo Testamento, patrística e gnosticismo, cultura helenística e filosofia grega.

  7. Realismo cognitivo, naturalismo e pragmatismo ético: a estrutura normativa das “formas de vida” segundo Habermas e Putnam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erick Lima

    2013-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2013v17n3p459   Pretendo explicitar algumas implicações epistemológicas do debate entre Putnam e Habermas acerca da objetividade dos valores. Inicialmente, gostaria de construir, recorrendo a reflexões em filosofia da linguagem e no neopragmatismo, o horizonte teórico no qual se possa entender de maneira menos unilateral a relação entre naturalismo e a normatividade das “formas de vida” (1. Tais considerações devem funcionar como uma explanação do contexto filosófico em que se desenvolve o debate Habermas/Putnam. Em seguida, gostaria de resumir a posição de Putnam (2. Em terceiro lugar, a partir daquilo que parece ser a direção argumentativa compartilhada, pretendo evidenciar a pertinência do debate para os atuais questionamentos em filosofia prática, delineando os contornos do “pragmatismo ético” (3. Finalmente, procuro mostrar que Habermas escapa à crítica de Putnam aderindo implicitamente à tese da vinculação da moral deontológica a uma orientação axiológica em termos de vulnerabilidade (4.

  8. De mundejarismo de los Anales Toledanos Segundos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe MAÍLLO SALGADO

    2009-12-01

    Full Text Available Como es sabido los Anales Toledanos (Primeros, Segundos y Terceros, compuestos en su mayor parte durante el siglo XIII en distintos momentos y por diferentes manos, son piezas importantes de la historiografía medieval hispánica, tanto por recoger gran cantidad de noticias —por más que éstas sean escuetas— cuanto por estar todas ellas rigurosamente fechadas; de ahí que sean de gran utilidad para el historiador.De estos tres anales, los Segundos (A.T.II tienen unas peculiaridades que los distinguen fuertemente de los otros; sin embargo, en una primera hojeada el lector poco avisado vería que, por su aspecto formal, nada difieren de otros escritos del mismo género, un género éste cuya condición esencial radica en la consignación del evento fechado, esto es, se presenta en párrafos que comienzan o terminan —como es aquí el caso— con una fecha determinada. Nuestro imaginario lector, por otra parte, se encontraría con las peladas noticias típicas del género analístico, a saber: una serie de referencias que dan cuenta de fenómenos naturales (como son las sequías prolongadas o las excesivas lluvias, las heladas intempestivas, los terremotos, los eclipses..., que informan de las épocas de hambre o carestía, de los precios de los artículos, de prodigios, de acontecimientos locales, etc.; el todo amalgamado con noticias de carácter político-militar.

  9. Da teoria moral à filosofia política: uma investigação do pensamento de John Rawls

    OpenAIRE

    Flávio Azevedo Reis

    2012-01-01

    A dissertação investiga a passagem entre dois períodos do pensamento de John Rawls. No livro Uma teoria da justiça e nos artigos publicados durante a década de 1970, Rawls definiu o seu projeto filosófico como uma teoria moral, que visava formular uma teoria inspirada na estrutura deontológica da moral kantiana. Na dissertação, argumenta-se que Rawls identificou um problema interno a esse projeto e, durante as décadas de 80 e 90, desvinculou sua filosofia da teoria moral e passou a orientá-la...

  10. Philosophical Basis and Some Historical Aspects of Systems Biology: From Hegel to Noble - Applications for Bioenergetic Research

    Science.gov (United States)

    Saks, Valdur; Monge, Claire; Guzun, Rita

    2009-01-01

    We live in times of paradigmatic changes for the biological sciences. Reductionism, that for the last six decades has been the philosophical basis of biochemistry and molecular biology, is being displaced by Systems Biology, which favors the study of integrated systems. Historically, Systems Biology - defined as the higher level analysis of complex biological systems - was pioneered by Claude Bernard in physiology, Norbert Wiener with the development of cybernetics, and Erwin Schrödinger in his thermodynamic approach to the living. Systems Biology applies methods inspired by cybernetics, network analysis, and non-equilibrium dynamics of open systems. These developments follow very precisely the dialectical principles of development from thesis to antithesis to synthesis discovered by Hegel. Systems Biology opens new perspectives for studies of the integrated processes of energy metabolism in different cells. These integrated systems acquire new, system-level properties due to interaction of cellular components, such as metabolic compartmentation, channeling and functional coupling mechanisms, which are central for regulation of the energy fluxes. State of the art of these studies in the new area of Molecular System Bioenergetics is analyzed. PMID:19399243

  11. A teoria da representação como primeiro princípio da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivanilde Fracalossi

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo visa mostrar a contribuição que Reinhold oferece para o Idealismo Alemão, período filosófico subsequente a Kant quando, determinado a encontrar o ponto de partida do qual derive os conhecimentos teórico e moral, não hesita em examinar cuidadosamente todas as filosofias que imediatamente surgem após a dele e, muitas vezes, até se rende a elas, considerando-as mais apropriadas que a sua própria para o alcance daquilo que buscava: um primeiro princípio que vincule o que em Kant estava separado. Para tanto, Reinhold parte do método transcendental kantiano, e, assim, tenta também, numa só tacada, escapar daquilo que Jacobi chamou de subjetivismo absoluto, referindo-se ao método kantiano.

  12. Fisica e filosofia come la scienza contemporanea ha modificato il pensiero dell'uomo

    CERN Document Server

    Heisenberg, Werner

    2003-01-01

    Nel corso del Novecento le scoperte della fisica – dalla meccanica quantistica alla teoria della relatività, dalle ricerche sul cosmo all’energia nucleare – hanno travolto le precedenti nozioni di spazio e tempo e rivoluzionato la percezione che l’uomo aveva di sé, investendolo inoltre della responsabilità di una possibile autodistruzione. Figura geniale e controversa, Werner Heisenberg è stato un protagonista assoluto dell’epopea scientifica del secolo scorso, insieme a Bohr e Fermi, Einstein e Planck. Fisica e filosofia esplora la complessità di quello snodo offrendo risposte chiare a domande che non hanno mai perso la loro centralità. Cosa affermano le teorie della fisica contemporanea? In che modo investono la concezione che l’uomo ha di sé? Quali sono i limiti etici delle loro applicazioni tecnologiche? E quale sarà l’influenza politica della scienza su scala planetaria? Affrontando quesiti di portata universale, Heisenberg si dimostra consapevole della necessità di ristabilire la ...

  13. A QUESTÃO DA PARÓDIA: A FILOSOFIA AO LADO DE GIORGIO AGAMBEN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Nicastro Honesko

    2015-07-01

    Full Text Available A partir da leitura de diversos textos de Giorgio Agamben,o presente ensaio pretende expor como o conceito de paródia podeser fundamental para a compreensão da filosofia do autor italiano.Além disso, propõe a aproximação entre os conceitos de paradigma,parábola e paródia, elaborando uma constelação teórica a partir daqual pensar o problema da constituição essencial do homem paraalém da questão metafísica – aproximando-se, para tanto, de certasleituras que Deleuze faz da patafísica de Alfred Jarry. Por fim,pretende estabelecer uma vinculação do conceito benjaminiano deorigem com os problemas filosóficos fundamentais de Agamben,sobretudo no que diz respeito às questões atinentes ao pensamentoda História (e, por isso, à impossibilidade de atribuição de umaessência, um fim, ao homem.

  14. Diel cycles in dissolved barium, lead, iron, vanadium, and nitrite in a stream draining a former zinc smelter site near Hegeler, Illinois

    Science.gov (United States)

    Kay, R.T.; Groschen, G.E.; Cygan, G.; Dupre, David H.

    2011-01-01

    Diel variations in the concentrations of a number of constituents have the potential to substantially affect the appropriate sampling regimen in acidic streams. Samples taken once during the course of the day cannot adequately reflect diel variations in water quality and may result in an inaccurate understanding of biogeochemical processes, ecological conditions, and of the threat posed by the water to human health and the associated wildlife. Surface water and groundwater affected by acid drainage were sampled every 60 to 90. min over a 48-hour period at a former zinc smelter known as the Hegeler Zinc Superfund Site, near Hegeler, Illinois. Diel variations related to water quality in the aquifer were not observed in groundwater. Diel variations were observed in the temperature, pH, and concentration of dissolved oxygen, nitrite, barium, iron, lead, vanadium, and possibly uranium in surface water. Temperature, dissolved oxygen, nitrite, barium, lead, and uranium generally attained maximum values during the afternoon and minimum values during the night. Iron, vanadium, and pH generally attained minimum values during the afternoon and maximum values during the night. Concentrations of dissolved oxygen were affected by the intensity of photosynthetic activity and respiration, which are dependent upon insolation. Nitrite, an intermediary in many nitrogen reactions, may have been formed by the oxidation of ammonium by dissolved oxygen and converted to other nitrogen species as part of the decomposition of organic matter. The timing of the pH cycles was distinctly different from the cycles found in Midwestern alkaline streams and likely was the result of the photoreduction of Fe3+ to Fe 2+ and variations in the intensity of precipitation of hydrous ferric oxide minerals. Diel cycles of iron and vanadium also were primarily the result of variations in the intensity of precipitation of hydrous ferric oxide minerals. The diel variation in the concentrations of lead, uranium

  15. Sujeto y verdad en el prólogo de la Fenomenología del espíritu, de Guillermo Federico Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodolfo García Aguilar

    2013-07-01

    Full Text Available La relación entre sujeto y verdad tiene una relación que se establece dentro de los parámetros del idealismo trascendental hegeliano, puesto que sobrepasan la forma usual de presentar el conocimiento como una relación unilateral entre el sujeto y el objeto. En Hegel la relación es dialéctica en cuanto a que el sujeto, la conciencia y el “en sí” deben integrarse con el “ser ahí”, para que, en un movimiento de integración, se consolide la verdad. Representa el movimiento que la conciencia debe realizar de salir de sí, para integrarse con su objeto y captar el movimiento. El sujeto y el objeto no son considerados como cosas, sino como momentos de ese movimiento que es la dialéctica.

  16. Premian record transmision de datos a 5,44 gigabits por segundo

    CERN Multimedia

    2003-01-01

    "El Laboratorio Europeo para la Fisica de Particulas (CERN) y el Instituto de Tecnologia de California (EEUU) seran galardonados con un premio por haber conseguido batir el record de velocidad de transmision por Internet a 5,44 gigabits por segundo, informaron hoy, miercoles, fuentes de ambos organismos" (1/2 page).

  17. Hemorragias obstétricas en el primer y segundo trimestre del embarazo

    OpenAIRE

    García Rodríguez, Blanca

    2013-01-01

    Se aborda el tema de las hemorragias obstétricas en el primer y segundo trimestre del embarazo. Diagnóstico precoz de las mismas, la identificación de factores de riesgo, las causas y el tratamiento terapéutico

  18. O Sublime explicado às crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Figueiredo

    2011-01-01

    Full Text Available Como o próprio título indica, este ensaio pretende dialogar com a recepção do sublime kantiano pela filosofia francesa contemporânea, sobretudo com Jean-François Lyotard. Dessa forma, ao invés de ressaltar as consequências inevitável ou sistematicamente morais do sublime kantiano, como fez, de um modo geral, o comentário mais tradicional da filosofia crítica de Kant, este ensaio tenta interpretar o sublime como sendo essencialmente uma experiência da arte, seguindo assim de perto aquela tradição francesa. Mas, ao mesmo tempo, tomando alguma distância, este texto quer fazer uma objeção ao fundamento exclusivamente burkiano da concepção de sublime de Lyotard. Em suma, quero defender que é possível privilegiar o tempo (aspecto central do sublime de Edmund Burke, segundo Lyotard também na experiência do sublime kantiano.

  19. Propriedade privada, crítica da reificação e a socialização dos meios de produção = Private property, critique of reification and the socialization of the means of production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brunkhorst, Hauke

    2015-01-01

    Full Text Available O problema de uma sociedade que se baseia na propriedade privada dos meios de produção consiste nas condições desiguais e injustas de geração de riqueza econômica e de poder político. No conceito burguês de propriedade privada combinamse a reificação de conceitos universais com os interesses de classe do capital. A Filosofia do direito, de Hegel, exemplifica isso de modo paradigmático. No presente texto é feita uma tentativa de mostrar que a ideia do socialismo democrático, que interconecta a socialização dos meios de produção com a dominação política exercida pelos dominados, de modo algum é uma utopia extravagante. Embora as chances de realizá-la atualmente sejam poucas, a ideia de um socialismo democrático ainda é uma alternativa viável

  20. Record de velocidad en Internet permite enviar DVD en 7 segundos

    CERN Multimedia

    2003-01-01

    "Un nuevo record de velocidad de transmision de datos ha sido alcanzado por el Laboratorio Europeo para la Fisica de Particulas (CERN) y el Instituto de Tecnologia de California, que es transmitir el contenido de un Disco de Video Digital (DVD) en unos 7 segundos, algo que puede revolucionar Internet" (1 page).

  1. Philosophical Basis and Some Historical Aspects of Systems Biology: From Hegel to Noble - Applications for Bioenergetic Research

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdur Saks

    2009-03-01

    Full Text Available We live in times of paradigmatic changes for the biological sciences. Reductionism, that for the last six decades has been the philosophical basis of biochemistry and molecular biology, is being displaced by Systems Biology, which favors the study of integrated systems. Historically, Systems Biology - defined as the higher level analysis of complex biological systems - was pioneered by Claude Bernard in physiology, Norbert Wiener with the development of cybernetics, and Erwin Schrödinger in his thermodynamic approach to the living. Systems Biology applies methods inspired by cybernetics, network analysis, and non-equilibrium dynamics of open systems. These developments follow very precisely the dialectical principles of development from thesis to antithesis to synthesis discovered by Hegel. Systems Biology opens new perspectives for studies of the integrated processes of energy metabolism in different cells. These integrated systems acquire new, system-level properties due to interaction of cellular components, such as metabolic compartmentation, channeling and functional coupling mechanisms, which are central for regulation of the energy fluxes. State of the art of these studies in the new area of Molecular System Bioenergetics is analyzed.

  2. Probabilidad de retención de segundos molares permanentes mandibulares (Estudio piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sandoval Vidal

    Full Text Available Objetivos: Determinar la frecuencia del segundo molar mandibular permanente (MM2 con probabilidad de impactación, en un grupo de pacientes de Ortodoncia de Temuco, Chile. Método: Estudio de corte transversal, con muestra por conveniencia. Se revisaron 2095 fichas de individuos de ambos sexos, con ausencia de patología sindrómica. Los datos recolectados se obtuvieron de radiografías panorámicas. Se midió el ángulo del segundo molar con respecto al plano oclusal, la invasión distal del primer molar y la distancia entre distal del primer molar y el borde anterior de la rama mandibular. Resultados: El promedio de edad de los pacientes relevados fue de 10 años. Se observó un 1,43% de probabilidad de retención de MM2 (n=30; en promedio y el plano el ángulo MM2 resultó de 27° el izquierdo y 26° el derecho; la invasión de MM2 en distal del primer molar resultó de 1,5 mm; el ángulo entre MM2 y el planos oclusal es de 123°; la distancia entre la cara distal del primer molar y el borde anterior de la rama mandibular fue 13 mm. Conclusiones: Existe una baja prevalencia de segundos molares mandibulares permanentes con probabilidad de impactación. La invasión a la cara distal del primer molar fue mayor en pacientes con riesgo de impactación

  3. Piaget e o programa de filosofia para crianças e jovens: uma aproximação crítica entre o método especulativo e a técnica genérica piagentiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Bechi

    2015-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por propósito fazer uma análise crítica entre os principais argumentos que compõe a epistemologia genética de Piaget e a teoria lipminiana de educação. Partindo do estudo dessas duas teorias, o texto apresenta as divergências teóricas e os conceitos e argumentos que possibilitam a aproximação entre os dois pesquisadores. No primeiro momento, são enfatizadas as mudanças de concepções ocorridas em Piaget, destacando seu antigo desejo em entender os grandes sistemas filosóficos e sua posterior crítica ao método especulativo. Após essa explanação, busca-se entender como o conhecimento é alcançado e estruturado pela mente humana. Juntamente com as atribuições ligadas à interação sujeito-objeto, é possível compreender o que Piaget entende por sujeito epistêmico ou epistemologia. Para finalizar, são apresentadas algumas informações referentes ao Programa Filosofia com crianças e jovens, destacando a importância do diálogo e da reflexão filosófica no desenvolvimento das habilidades cognitivas. Em meio às últimas colocações, as ideias de Lipman e Piaget são confrontadas, dando origem a dois pontos em comum: o primeiro abrange o conceito interação e o segundo compreende os conceitos de escola ativa e aluno ativo.

  4. Modernità e ortodossia: strategie di conciliazione e dissidenza nell'insegnamento della filosofia nei collegi gesuitici del primo Settecento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Rita Capoccia

    2010-02-01

    Full Text Available La contribution d'A. R. Capoccia s'appuie sur l'analyse des manuscrits de philosophie naturelle (phisica de Giulio Gori et d'autres professeurs jésuites du Collège Romain au cours des deux premières décenniesdu xviiie siècle. L'auteure s'attache à mettre en évidence l'opposition, “disimulée” mais bien réelle, des professeurs aux prescriptions officielles de l'Ordre en matière d'enseignement. Elle s'emploie en particulier à décrire l'une des stratégies d'introduction de la philosophie moderne, atomiste et cartésienne, qui sapaient en fait les bases des propositions doctrinales constitutives de l'orthodoxie doctrinale de la Compagnie de Jésus.Il contributo di A. R. Capoccia è basato sull’analisi dei manoscritti di filosofia naturale (phisica di Giulio Gori e di altri professori gesuiti al Collegio romano nel primo ventennio del Settecento; in esso si descrivono la ‘dissimulata’ opposizione dei professori alle prescrizioni ufficiali dell’Ordine in materia d’insegnamento e una delle strategie d’introduzione della filosofia moderna, atomistica e cartesiana in particolare, che scardinavano gli assunti dottrinali a fondamento dell’ortodossia nell’Ordine dei gesuiti.Anna Rita Capoccia's contribution is based on the analysis of manuscripts created by Giulio Gori and other Jesuit professors at Roman College in the first twenty years of eighteenth century.There are here described professors' "hidden" opposition to official precepts by the Order about teaching and an introduction strategy to Atomist and Cartesian modern philosophy; these strategies unhinged doctrinal tasks that were the theoretical structure of Jesuit Order's orthodoxy.

  5. Luzes femininas: a felicidade segundo Madame du Châtelet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Jonas de Lima Piva

    2012-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2012000300014 As luzes do Iluminismo francês consagradas por certa história da filosofia foramindubitavelmente as masculinas. As presenças de Voltaire, Rousseau e Diderot nas pesquisas enas obras sobre o período são quase absolutas. A finalidade deste artigo é explorar as Luzesfrancesas, particularmente, a questão ética da felicidade, pelo olhar de uma razão tão ilustradaquanto a de Voltaire, Rousseau ou Diderot, porém de saiotes e espartilho: o pensamento deÉmilie du Châtelet (1706-1749. Pouco conhecida pelo público brasileiro e menos estudadaainda pelos dix-huitièmistes locais, Madame du Châtelet, marquesa de berço, escreveu, porvolta de 1746, um Discurso sobre a felicidade. O exame de algumas das teses e propostaséticas contidas nesse opúsculo é uma oportunidade instigante para se entenderem um poucomelhor não só as Luzes francesas, mas, sobretudo, a sensibilidade e as angústias das mulheresde vanguarda da França pré-revolucionária.

  6. Avaliação da vulnerabilidade sísmica de pontes rodoviárias existentes de betão armado no Irão

    OpenAIRE

    Mosleh, Araliya

    2016-01-01

    Sismos recentes mostram que as pontes são uma das infraestruturas mais vulneráveis dos sistemas de transporte rodoviário, e comprovam a necessidade de avaliação da vulnerabilidade deste tipo de estruturas, especialmente as projetadas segundo a filosofia patente nos códigos antigos. A avaliação da vulnerabilidade sísmica das pontes rodoviárias localizadas em áreas de elevada perigosidade sísmica e a estimativa do seu desempenho sísmico representam tarefas importantes para a s...

  7. Mineralogy and the release of trace elements from slag from the Hegeler Zinc smelter, Illinois (USA)

    Science.gov (United States)

    Piatak, Nadine M.; Seal, Robert R.

    2010-01-01

    Slag from the former Hegeler Zn-smelting facility in Illinois (USA) is mainly composed of spinifex Ca-rich plagioclase, fine-grained dendritic or coarse-grained subhedral to anhedral clinopyroxenes, euhedral to subhedral spinels, spherical blebs of Fe sulfides, silicate glass, and less commonly fayalitic olivine. Mullite and quartz were also identified in one sample as representing remnants of the furnace lining. Secondary phases such as goethite, hematite and gypsum are significant in some samples and reflect surficial weathering of the dump piles or represent byproducts of roasting. A relatively rare Zn-rich material contains anhedral willemite, subhedral gahnite, massive zincite, hardystonite and a Zn sulfate (brianyoungite), among other phases, and likely represents the molten content of the smelting furnace before Zn extraction. The bulk major-element chemistry of most slag samples is dominated by SiO2, Al2O3, Fe2O3 and CaO. The bulk composition of the slag suggests a high viscosity of the melt and the mineralogy suggests a high silica content of the melt. Bulk slag trace-element chemistry shows that the dominant metal is Zn with >28.4 wt.% in the Zn-rich material and between 212 and 14,900 mg/kg in the other slags. The concentrations of other trace elements reach the following: 45 mg/kg As, 1170 mg/kg Ba, 191 mg/kg Cd, 242 mg/kg Co, 103 mg/kg Cr, 6360 mg/kg Cu, 107 mg/kg Ni, and 711 mg/kg Pb.Zinc, as the dominant metal in the slags, is likely the most environmentally significant metal in these samples; Cd, Cu, and Pb are also of concern and their concentrations exceed US Environmental Protection Agency preliminary remediation goals for residential soils. Spinel was found to be the dominant concentrator of Zn for samples containing significant Zn (>1 wt.%); the silicate glass also contained relatively high concentrations of Zn compared to other phases. Zinc partitioned into the silicates and oxides in these samples is generally more resistant to

  8. Aproximações de Roger Bastide, Jean Paul Sartre e Simone de Beauvior com o cinema de Orlando Senna: influências da Filosofia e Sociologia nas telas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Alberto Gottwald Junior

    2015-02-01

    Full Text Available Em autobiografia, Orlando Senna descreve a importância dos trabalhos de Bastide, Beauvoir e Sartre para sua produção cinematográfica. Essa pesquisa buscou mapear os diálogos que o cineasta faz com o pensamento filosófico existencialista e as aproximações com a sociologia de Bastide no filme Iracema: uma transa amazônica, produzido em conjunto com o produtor Jorge Bodanzky. Dessa forma, foi possível perceber que as leituras construídas no roteiro fílmico e nas ações dos atores indicam a presença da filosofia existencialista atrelada ao pensamento feminista e marxista, o que revela a preocupação em caracterizar o pensamento filosófico dos autores no filme. Por outro lado, a preocupação em retratar a mulher negra e a aproximação de Bastide e Senna com o candomblé reitera a aproximação temática na produção. Assim, verifica-se a posição do cineasta como intelectual de esquerda, produtor de cultura que embasa seu trabalho na Filosofia existencialista.

  9. Editorial: invitación al segundo congreso sudamericano de neurología

    OpenAIRE

    Revista, Facultad de Medicina

    2011-01-01

    Estimado colega: tenemos el agrado de invitarlo al Segundo Congreso Latino Americano de Neurocirugía que se celebrará en Santiago de Chile, en abril de 1947.Los temas oficiales han sido distribuidos a los diferentes servicios de Neurocirugía de Argentina, Brasil, Chile, Perú y Uruguay.

  10. A teoria freudiana do fênomeno moral e a filosofia moral de Kant: é o superego um imperativo categórico?

    OpenAIRE

    Lara, Luciana Maccari

    2006-01-01

    Este trabalho pretende utilizar a filosofia moral de Kant, em especial o conceito de autonomia, para a melhor compreensão da teoria freudiana do fenômeno moral, ou seja, a teoria do superego. Propõe, com este objetivo, três questões: a) qual a legitimidade de uma instância psíquica moral como conceito de uma teoria que tem como fundamento o determinismo inconsciente? b) qual a pertinência da comparação, por Freud, do superego com o imperativo categórico kantiano? c) qual a utilidade da filoso...

  11. Administração participativa como filosofia para o gerenciamento de sistemas de informação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmeire Cristina Pereira

    Full Text Available Este artigo aborda, no atual contexto de transformações da sociedade do conhecimento, vários aspectos da administração participativa, concebida como uma filosofia para o gerenciamento dos sistemas de informação. Observa-se a necessidade de desenvolver informação, treinamento e comunicação, da parte das organizações, por meio desse novo paradigma de liderança. Tal proposta è situada na evolução das grandes tendências de pensamento e atualizada em função do desenvolvimento das redes e sistemas de informação. Em conclusão, sugerem-se alguns princípios elementares para redesenhar as atividades dos gestores da informação ou do conhecimento.

  12. JUAN LUIS SEGUNDO (1925-1976

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Hoornaert

    1996-01-01

    Full Text Available Juan Luís Segundo era um teólogo que sabia o que queria. Enquanto a maioria de seus colegas ensinava em seminários ou institutos de teologia, assessorava bispos ou encontros de clero, trabalhava com os assim chamados agentes de pastoral, engajava se nas "pastorais especiais", escrevia para revistas de divulgação pastoral, - sempre apoiados na plataforma da instituição grande -, ele ficou organizando seus seminários com leigos não-tão-pobres em Montevidéu, longe do mundo hierárquico, com uma metodologia que ele mesmo descreveu nas palavras introdutórias de sua "Teologia aberta para o leigo adulto" (1976/1, 10-12: seminários em fim-de-semana, com duração de dois ou três dias, divididos em blocos de quatro horas de concentração na seguinte seqüência, aliás bem conhecida: uma conferência inicial de quarenta minutos, grupos de reflexão por uma hora, mesa redonda, reflexão final pelo assessor, e depois oração.

  13. GEOMETRIA E ARITMÉTICA COMBINAM COM EQUAÇÕES DO SEGUNDO GRAU?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Quaranta

    2014-01-01

    Full Text Available Quando falamos em equação do segundo grau, é imediata a associação com a fórmula geral atribuída erroneamente à Bháskara no Brasil. Isto se deve ao uso exagerado e, muitas vezes, exclusivo dessa fórmula. O objetivo desse trabalho é incentivar e discutir a relevância e a abrangência de outros métodos de resolução de equações do segundo grau que atualmente tem sido deixado de lado pela maioria dos professores brasileiros, tais como: um método geométrico presente em “Os Elementos” de Euclides, o completamento de quadrados (onde demonstraremos a fórmula geral através do raciocínio geométrico – adição de áreas e o método da soma e produto (no qual apresentaremos um artifício que amplia o seu uso para raízes fracionárias.

  14. Filosofia da análise da estabilidade da liquidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antônio Chaves da Silva

    2005-07-01

    Full Text Available A informação foi considerada finalidade de nosso conhecimento, até o período em os pensadores e pesquisadores da contabilidade passaram a raciocinar sobre o conteúdo e o significado dos informes. Nesta busca da razão sobre os estados patrimoniais, surgiu a análise contábil que procura por meio de relações e identidades, o significado da dinâmica expressa da estaticamente na informação. O primeiro aspecto que surgiu no objeto de análise foi o estudo da liquidez, que é um dos principais exercícios do patrimônio. A estabilidade também é outro exercício básico e imprescindível, pois este é que promove o equilíbrio do organismo administrativo. A ciência contábil após a sua dignidade científica passou a trilhar caminhos esplendorosos, amparados em doutrina que permite alcançar os píncaros filosóficos. Os estudos concernentes aos aspectos de interação da estabilidade na liquidez são, complexos e somente com os recursos filosóficos da contabilidade se pode estudá-los com o panorama holístico e sublime. A filosofia da contabilidade não é alheia às suas práticas tecnológicas, podendo buscar pontos sublimes de panoramas abrangentes, para o estudo analítico da liquidez e estabilidade, observando todas as dimensionalidades e essencialidades de acontecimentos, na comprovação e orientação dos estados de ineficácia e eficácia patrimonial.

  15. CARACTERÍSTICAS DE LA CUENCA BAJA DEL RIO SEGUNDO

    OpenAIRE

    Morera Castro, Gerardo

    2011-01-01

    En este documento se representan las características naturales de la Cuenca Baja del río Segundo, especialmente características hidrográficas, climáticas y usos del suelo.   La cuenca ubicada en la Región Central de Costa Rica, tiene todas las dificultades inherentes a los procesos de usos intensivos del suelo, de urbanización e industrialización.  Desde la cuenca alta con procesos de deforestación y uso inadecuado del suelo hasta su cuenca con procesos urbanos e industriales sin contron ni p...

  16. Entre a filosofia e a sociologia: matrizes teóricas das discussões atuais sobre história e memória

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schmidt, Benito Bisso

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste texto é situar as matrizes teóricas dos trabalhos de alguns autores que servem como referência para boa parte dos estudos contemporâneos sobre as relações entre história e memória: Bergson, Halbwachs, Pollak, Nora e Ricoeur. Seus estudos dialogam, de maneira direta ou indireta, com duas matrizes: a sociológica-objetivista e a fenomenológica-intuicionista. Elas se estabeleceram no âmbito da disputa entre a sociologia e a filosofia pelo direcionamento das ciências humanas nascentes no século XIX

  17. A reconstrução da experiência democrática: a democracia como credo pedagógico na filosofia de Dewey

    OpenAIRE

    Fávero, Altair Alberto; Universidade de Passo Fundo; Tonieto, Carina; Universidade de Passo Fundo

    2012-01-01

    O texto tem por objetivo reconstruir e analisar as razões que levaram o educador americano John Dewey a eleger a democracia como credo pedagógico de sua filosofia da educação. Para tanto, inicialmente se fará uma breve reconstrução das origens da democracia na paideia grega para em seguida analisarem-se os motivos que levaram Dewey a eleger a democracia como principal referência do seu credo pedagógico. Nos dois últimos tópicos analisa-se a concepção democrática de educação na obra Democracia...

  18. Uma (re)leitura teleológica da filosofia moral em Kant : por uma necessidade de inclusão do homem na natureza

    OpenAIRE

    Alcoforado, Rogério Emiliano Guedes

    2009-01-01

    Construída nos alicerces da metafísica, a presente dissertação trata da filosofia moral kantiana. Mas o itinerário das especulações que regem a elaboração dessa (re)leitura, dos pensamentos daquele filósofo, é uma tentativa de flexibilizar o rigor formal, desde sempre associado aos horizontes da ética kantiana. Será da compreensão do que vem a ser esse formalismo, em sua arquitetura da moralidade, que poderemos caminhar ao encontro de um Kant teleológico; e, esse é o elemento fundamental para...

  19. Ecletismo e retórica na filosofia brasileira: de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846) ao frei Francisco do Monte Alverne (1784-1858)

    OpenAIRE

    Duran, Maria Renata da Cruz

    2015-01-01

    Resumo Este artigo trata da filosofia eclética de Victor Cousin conforme seus repetidores brasileiros do início do século XIX: Silvestre Pinheiro Pereira e frei Francisco do Monte Alverne. O objetivo principal é estudar as relações entre o ecletismo e a retórica em prol da justificação dos limites, da dispersão e da superficialidade do debate filosófico local. Revisando as obras de Antônio Paim, Laerte Ramos de Carvalho e Maria Beatriz Nizza da Silva, destacou-se, especialmente, alguns pressu...

  20. Entre a tradição humanista e o neopragmatismo: Richard Rorty e a virada literária da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Cesar Maia Ferreira Filho

    2017-09-01

    Full Text Available Este ensaio defende que o pensamento pós-analítico e pós-filosófico de Richard Rorty pode assumir uma função – de caráter profilático – muito interessante no âmbito dos estudos literários acadêmicos e na crítica literária em geral: suas reflexões críticas funcionam como uma advertência contra certas pretensões cientificistas da filosofia e, por consequência, das teorias literárias em geral. Os variados usos e objetivos da linguagemhumana em atos interpretativos – como na crítica literária – extrapolam a noção moderna de verdade como correspondência; o objetivo da crítica não é, pois, "a verdade", mas simplesmente continuar e enriquecer a grande e interminável conversação que é a cultura humana. A crítica só pode dizer “verdades” se entendermos essa palavra numa acepção humanístico-pragmática e não, como faz a filosofia racionalista tradicional, entendendo a verdade como certeza e como correspondência. Para o neopragmatista, devemos abandonar de uma vez por todas a busca por uma teoria geral da representação ou por uma teoria geral da linguagem; da mesma forma, transladando essa concepção ao âmbito literário, também deveríamos desobrigar-nos das sucessivas tentativas de criar uma teoria geral exclusivista da interpretação e da crítica literárias, ou da busca de uma metodologia monista e definitiva: a crítica é uma atividade plural e que atende a diversas demandas e objetivos

  1. Lo sport come filosofia educativa e sociale: una prospettiva decostruzionista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuele Isidori

    2013-04-01

    Full Text Available Lo scopo del presente articolo è quello di procedere, utilizzando un approccio filosofico decostruzionista, ad una disamina dello sport come oggetto filosofico, mostrandone le contraddizioni interne, i paradossi e le aporie che lo caratterizzano in quanto concetto educativo-culturale e fenomeno sociale. L’analisi si svilupperà riflettendo su tre temi tipici del dibattito decostruzionista: quello del phármakon, dell’identità e dell’ospitalità, tema quest’ultimo tipico anche del pensiero debole che presenta forti interconnessioni con il pensiero decostruzionista e postmoderno. Lo studio, che utilizzerà il tipico approccio teoretico-prassico della filosofia dell’educazione, evidenzierà sia i meccanismi concettuali che talvolta impediscono allo sport di essere pensato come pratica realmente educativa ed in grado di generare l’inclusione sociale, sia quelli che invece ne permettono la teorizzazione e l’implementazione in questa prospettiva. Lo studio si concluderà mostrando come per concepire realmente lo sport nella prospettiva di un autentico strumento educativo e di miglioramento della vita sociale sia necessaria una vera e propria rivoluzione etica e culturale della nostra società. Lo sport, infatti, in quanto sottosistema della società, rappresenta lo specchio dei valori di quest’ultima e non solo ne incarna i difetti, le contraddizioni ma anche le sue buone prassi. Questa rivoluzione deve necessariamente passare attraverso l’educazione; soltanto così, infatti, sarà possibile costruire quella società nuova, fondata sulla paidéia sportiva, che De Coubertin sognava per l’umanità futura.

  2. SEGUNDO CENTENARIO DE LA INDEPENDENCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Malagón Londoño

    2010-09-01

    Full Text Available

    La Academia Nacional de Medicina, no podía eximirse de hacer una celebración solemne del Segundo Centenario de la Independencia, lo cual tiene plena explicación por ser de su ámbito dos temas fundamentales: la salud y la educación que tuvieron marcada incidencia en los dos siglos transcurridos, y muy marcada en el más reciente. Los temas de salud y educación ofrecieron características históricas dignas de guardar en la memoria. La facultad de ciencias naturales de Mutis y su actividad destacada en el ejercicio y enseñanza de la medicina con asocio especialmente valioso de Miguel de Isla, marcaron el punto de referencia para el manejo de la salud a partir de las primeras décadas del siglo XIX.

    El sabio Mutis inyectó a la formación del médico los primeros tintes de modernización por su afinidad con los intelectuales ilustrados, contra la tradición de la Corona aferrada al escolasticismo obscurantista y a los métodos de control sobre las finanzas de los hospitales que llevaba a extremos como el de que fueran administrados con exclusividad por las comunidades religiosas.

  3. Moral pos-convencional em Habermas

    OpenAIRE

    Clodomiro Jose Bannwart Junior

    2002-01-01

    Resumo: Pretendemos analisar a ética do discurso a partir do seu requisito de uma identidade pós-convencional. Valemo-nos, num primeiro momento, do novo lugar ocupado pela filosofia no quadro da modernidade e sua atuação como ciência reconstrutiva. Num segundo momento, ocupamo-nos com a compreensão da teoria da evolução social habermasiana, implícita no processo de racionalização do mundo da vida, com o propósito de aclarar a constituição das sociedades pós-convencionais. Em seguida acompanha...

  4. Fé antropológica como ponte entre fé e ideología em Juan Luis Segundo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvori Ahlert

    2007-01-01

    Full Text Available Este texto busca a compreensão da ideología em sua relação com a fé na teologia latinoamericana a partir da concepção de fé antropológica na obra de Juan Luis Segundo. Acreditamos que a questão da ideología, e sua relação com a fé, continua sendo urna questão atual no pensamento cristão, face aos velhos e novos problemas humanos que o novo sáculo vem apresentando. Concentramos nossa análise nos escritos de Juan Luis Segundo, um dos principáis representantes dessa teologia, por ser este teólogo que, ao nosso ver, mais trabalhou, de forma explícita, a questão da ideología e sua relação com a fé no contexto latinoamericanoThis text searchs the understanding of the ideology in its relation with the faith in the Latin American theology from the conception of antropology faith in the workmanship of Juan Luis Segundo. We believe that the question of the ideology, and its relation with the faith, continue being a current question in the Christian thought, face to the old and new human problems that the new century comes presenting. We concentrate our analysis on the writings of Juan Luis Segundo, one of the main representatives of this theology, for being this theologian who, to ours to see, more worked, of explicit form, the question of the ideology and its relation with the faith in the Latin American context

  5. Reflexões e perspectivas sobre a inclusão e exclusão da disciplina de Filosofia no currículo escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Aparecida Batista

    2017-08-01

    Full Text Available este artigo por meio de pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa tece algumas reflexões acerca da problemática da inclusão e exclusão da disciplina de Filosofia no currículo escolar. O ensino da filosofia no Brasil tem suas origens no período colonial, perpassando pela ditadura militar, quando a mesma foi extinta das grades curriculares, pelo período da redemocratização, onde se deu a re-inclusão da disciplina como optativa e posteriormente como obrigatória, bem como da reforma do ensino médio, via Medida Provisória (MP nº. 746/2016, que trata da exclusão da disciplina no currículo escolar.  Neste sentido, há um entendimento de que este processo se dá por influencia das relações de poder embutidas no currículo, visto que o mesmo não é um elemento, simples programa ou quadro de conteúdos, mas, sobretudo um instrumento permeado por lutas e disputas hegemônicas que reflete o interesse da ideologia dominante, bem como da importância da disciplina na formação do pensamento reflexivo, autônomo, crítico e emancipatório. Como resultado evidenciou-se que a inclusão e exclusão da disciplina ocorrem por influencia das relações de poder embutidas no currículo escolar, de modo a atender interesses ideológicos e hegemônicos, independente das contribuições sociais e humanas da disciplina.

  6. La nuova fisica delle particelle e i segreti dell'universo un dialogo fra filosofia, scienza e religione

    CERN Document Server

    Bodei, Remo

    2017-01-01

    La Scuola della Cattedrale, presieduta da Monsignor Gianantonio Borgonovo, prosegue il suo ciclo di incontri con un evento culturale nel segno della fisica che esplora il mondo delle particelle. Guido Tonelli, fisico e professore ordinario dell’Università di Pisa, tratta degli eventi che hanno portato alla scoperta del bosone di Higgs al Cern di Ginevra dove è stato realizzato Lhc, l’acceleratore di particelle più potente del mondo, con un’analisi di materia e antimateria, energia e universo, per capire come tutto è cominciato e come forse andrà a finire. Dove potrà arrivare l’uomo con queste nuove visioni? Quali cambiamenti e traguardi sono ipotizzabili? Come leggere da un punto di vista religioso e filosofico questi nuovi scenari che la scienza prospetta? L’evento ha visto gli interventi di Monsignor Borgonovo e del filosofo Remo Bodei, professore emerito di Filosofia all’Università di Pisa.

  7. A estética do corpo na filosofia e na arte da Idade Média: texto e imagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Luiz Silveira da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available A ideia de beleza - e sua consequente fruição estética - variou conforme as transformações das sociedades humanas, no tempo. Durante a Idade Média, coexistiram diversas concepções de qual era o papel do corpo na hierarquia dos valores estéticos, tanto na Filosofia quanto na Arte. Nossa proposta é apresentar a estética do corpo medieval que alguns filósofos desenvolveram em seus tratados (particularmente Isidoro de Sevilha, Hildegarda de Bingen, João de Salisbury, Bernardo de Claraval e Tomás de Aquino, além de algumas representações corporais nas imagens medievais (iluminuras e esculturas, e assim analisar o tema em três vertentes: a o corpo como cárcere da alma, b o corpo como instrumento, e c o corpo como desregramento.

  8. A RELEVÂNCIA DO ENSINO DE SOCIOLOGIA E DE FILOSOFIA PARA A FORMAÇÃO DOS JOVENS NO SÉCULO XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Medeiros de Araújo

    2015-08-01

    Full Text Available O presente texto busca problematizar esse “preconceito pedagógico”, abrindo espaço para um debate endereçado ao entendimento dos conhecimentos sociológicos e filosóficos como saberes constitutivos de uma das principais funções sociais da escola, qual seja: a da educação para o exercício da cidadania. Trazemos, ainda, a discussão sobre a especificidade da Sociologia e da Filosofia no âmbito do Ensino Médio, compreendendo essas disciplinas como integrantes de um projeto educacional alicerçado na construção de um “conhecimento prudente para uma vida decente”, como nos ensina, hoje, Boaventura de Sousa Santos (2006.

  9. A realidade do mundo da ciência: um desafio para a história, a filosofia e a educação científica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Salles O. Barra

    1998-01-01

    Full Text Available O esclarecimento e a justificação dos modos pelos quais as teorias científicas apreendem e não apreendem o mundo real são tratados como problemas pertinentes à história e filosofia da ciência. Pretende-se que estes sejam também desafios próprios da educação científica. A defesa de uma concepção realista das teorias científicas é mostrada como uma maneira adequada e consistente de enfrentar esse desafio.

  10. A vontade segundo Jacotot e o desejo de cada um

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Netto Mônica Costa

    2003-01-01

    Full Text Available Relato circunstanciado da experiência de trabalho com o livro O mestre ignorante, de Jacques Rancière, num curso de formação continuada para educadores de jovens e adultos do estado do Rio de Janeiro no segundo semestre de 2002. A questão da vontade, envolvida no ato de aprendizagem, é abordada a partir das reações dos cursistas aos princípios de uma educação emancipadora, elaborados por Joseph Jacotot (França, século XIX, que são apresentados no livro.

  11. About Singularity | Book Review for the volume “Filosofia singularitatii. Creierul global, o etică a gandirii fara om”, author Bogdan Popoveniuc, Eikon Publishing, Bucharest, Romania

    OpenAIRE

    Antonio SANDU

    2016-01-01

    We are at a point in the creative evolution of humanity in which we can see the dawn of a new type of consciousness and of self-awareness that would provoke humanity to a redefinition of itself: Artificial Intelligence. The moment of the emergence of self-aware artificial intelligence, whose computing capacity exceeds the human power is defined as Technological Singularity. The volume Filosofia singularităţii. Creierul global, o etică a gândirii fără om [Philosophy of singularity. Global brai...

  12. La investigación de segundo orden en ciencias sociales y su potencial predictivo: el caso del proyecto de Identidad y tolerancia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Molina

    2001-01-01

    Full Text Available En ciencias sociales existe el prejuicio de que no existen leyes. En este artículo se desarrolla una metodología apropiada para poner a prueba tal prejuicio.Tal metodología es producto de una perspectiva lógica basada en la cibernética de segundo orden. La investigación de segundo orden en ciencias sociales ha sido más definida teóricamente que aplicada. Este artículo trata sobre su aplicación. En él se presentan los elementos básicos de la metodología de segundo orden y luego se muestra de qué manera se la utilizó en el caso concreto de la investigación que sobre Identidad e intolerancia dirige la autora.

  13. Epicteto: Diatribes 1.29 e 1.30 - uma síntese da filosofia epictetiana das Diatribes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo Dinucci

    2015-04-01

    Full Text Available As diatribes 1.29 e 1.30 encerram o livro primeiro das Diatribes de Epicteto e nos oferecem uma síntese da filosofia de Epicteto. Em 1.29.1, Epicteto nos diz que a essência (ousia do bem do ser humano “é uma capacidade de escolha de certa qualidade”, isto é, a escolha disposta de certa maneira. Por essa definição, todas as demais coisas que se encontram fora do âmbito da escolha e, consequentemente, do bem humano são somente materiais para a escolha (1.29.2, a partir dos quais ela construirá seu próprio bem ou seu próprio mal. Temos aí posta de outra forma a distinção entre coisas sob nosso encargo e coisas que não estão sob nosso encargo (eph’hemin kai ouk eph’hemin, sobre qual Epicteto trata detidamente em diatribe 1.1 e no primeiro capítulo do Encheirídion

  14. MATERIALISM, IDEALISM AND THE ONTO-EPISTEMOLOGICAL ROOTS OF GEOGRAPHY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mikhael Lemos Paiva

    2017-10-01

    O presente artigo tem como proposta a discussão das categorias filosóficas de idealismo e materialismo no pensamento Geográfico. Partindo do pressuposto de que o conhecimento é um fato, explicitamos a nossa base onto-epistemológica por meio de um diálogo entre os principais representantes de cada polo da Filosofia, de Demócrito à Hegel, expondo logo após a suprassunção à metafísica realizada pelo materialismo dialético. Pela ponte com o núcleo duro da Geografia Crítica (Lefebvre, Harvey e Quaini, transmutamos o debate filosófico para o campo geográfico ao mostrar as tão ignoradas raízes, lógica e vícios da Geografia Moderna. Retomando ao fim o duelo entre idealismo e materialismo, apresentamos nossa tese de que a Crise da Geografia é, na verdade, apenas o resultado de um processo oriundo de sua incapacidade como disciplina de superar o resquício limitador de seu berço: a Metafísica. Palavras-chave: Filosofia da Geografia; Lefebvre; Materialismo Dialético; Crise da Geografia. RESUMEN En este artículo se propone la discusión de las categorías filosóficas del idealismo y el materialismo en el pensamiento geográfico. En la hipótesis de que el conocimiento es un hecho, aclaramos nuestra base ontológica y epistemológica por medio de un diálogo entre los principales representantes de cada polo de la filosofía, Demócrito hasta Hegel, lo que sigue la supresión hacia la metafísica realizada por el materialismo dialéctico. Considerando los autores claves en la Geografía Crítica (Lefebvre, Harvey e Quaini, ubicamos el debate filosófico hacia el campo geográfico para indicar las raíces, por supuesto ignoradas, la lógica y los vicios de la Moderna Geografía. Pronto la retomada en el fin del artículo entre idealismo y materialismo, enseñaremos nuestra tesis de que la crisis de la Geografía es, en verdad, solamente el resultado de un proceso oriundo de su incapacidad, cómo disciplina, en superar el vestigio limitador de su cuna

  15. Pensamento e ação em Hannah Arendt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Simões Francisco

    1996-12-01

    Full Text Available Este artigo trata do relacionamento entre pensamento e ação na obra final de Hannah Arendt, A vida do espírito, que se encontra, segundo ela, na origem do conflito entre filosofia e política e teve influência sobre toda a tradição filosófica. Arendt pretende mostrar que essas duas atividades não são por si próprias incompatíveis entre si, como a tradição se esforçou por fazer crer, mas apenas assim se tornaram pelo uso "profissional" que o filósofo faz do pensamento.

  16. Sindérese, o intellectus principiorum da razão prática segundo Tomás de Aquino = Synderesis, the intellectus principiorum of practical reason according to Thomas Aquinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abertuni, Carlos Alberto

    2011-01-01

    Full Text Available Trata-se de uma investigação sobre a teoria dos primeiros princípios da razão prática na obra de Tomás de Aquino. No centro dessa teoria está o termo “sindérese”, cujo conteúdo foi elaborado nas discussões da filosofia e da teologia medievais, a partir de sua menção na Glosa de Jerônimo a Ezequiel. Tal termo designa um conceito que apresenta um caráter inovador dentro da teoria da ação moral em comparação com a ética aristotélica. Afinal, Tomás de Aquino o entende como o hábito dos primeiros princípios da moral, equivalente ao hábito dos primeiros princípios teóricos de Aristóteles. Dessa forma, o interesse é compreender como o conceito de sindérese é recebido e desenvolvido na filosofia moral de Tomás de Aquino através da análise das três questões tradicionais: de sua natureza, de sua infalibilidade e de sua extinção

  17. TEMPO E FILOSOFIA NO ROMANCE "PEDRO PÁRAMO", DE JUÁN RULFO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Profª Drª Cláudia Falluh Balduino Ferreira

    2012-01-01

    Full Text Available Considerando que a questão filosófica expressa pela composição narrativa visa às relações e as tensões entre o tempo da narrativa e o da vida, e que várias disciplinas são convocadas a este amplo debate, o presente artigo quer ilustrar ao modo como se dão a aliança entre os processos mnemônicos e de anamnese e a experiência do tempo no romance do escritor mexicano Ruan Rulfo, empregando as noções filosóficas de anamnese conforme Platão e a questão do temporal segundo Paul Ricoeur.

  18. ¿Qué significa tener especialistas con el título de Segundo Grado?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Suárez Lezcano

    2015-12-01

    Full Text Available La Salud Pública cubana es uno de los logros más significativos y trascendentales de la Revolución Cubana. El Sistema Cubano de Salud tiene, entre sus eslabones para los graduados de Doctor en Medicina o Doctor en Estomatología, la obtención de los títulos de Especialista de Primer Grado y de Segundo Grado. Pero, ¿qué diferencia uno del otro? El Especialista de Segundo Grado es aquel que ha demostrado un dominio de excelencia en su especialidad; su nivel de desarrollo de habilidades y sus conocimientos lo ubican al más alto nivel de la Ciencia a nivel internacional. Y eso se demuestra con varios hechos: - Todo Especialista de Segundo Grado ha presentado, al menos, diez trabajos sobre su especialidad en congresos, simposios, jornadas y en actividades científicas de nivel municipal, provincial, nacional o internacional. - Ha recibido cursos o adiestramientos nacionales o extranjeros, provinciales y municipales, con una duración total equivalente como mínimo a 200 horas. - Ha participado como profesor en cursos de postgrado de su especialidad u otras afines, con no menos de 60 horas acumuladas impartidas personalmente. - Ha presentado, para la evaluación por el tribunal, de los ejemplares completos de, al menos, dos trabajos publicados en revistas científico-técnicas cubanas, provinciales o nacionales, impresas o electrónicas con sello del Ministerio de Ciencia, Tecnología y Medio Ambiente (CITMA y extranjeras publicadas en Base de datos LILACS y SCIELO. En dos de sus publicaciones es el primer autor. Hay muchos profesionales que tienen consideradas como publicaciones su participación como autor en la elaboración de planes y programas de estudios, en patentes obtenidas o informes de registro sobre ensayos clínicos realizados, con el correspondiente aval del Centro Nacional Coordinador de Ensayos Clínicos (CENCEC o del Centro para el Control Estatal de la Calidad de los Medicamentos (CECMED; también hay profesionales que han

  19. Matemáticas, materiales manipulativos y rutinas Proyecto para segundo de Primaria

    OpenAIRE

    Fraile-Bravo, Maria

    2017-01-01

    Este trabajo presenta un proyecto que pretende crear una rutina de trabajo en el aula de segundo de primaria, en la cual se trabajen las matemáticas con materiales manipulativos. Esta forma de trabajar tiene el objetivo de mejorar la competencia matemática de los alumnos y fomentar un espacio en el que los alumnos operen con las matemáticas de manera concreta para después llegar al concepto abstracto correspondiente. Todo lo desarrollado en el proyecto se halla fundamentado en ...

  20. DISPONIBILIDAD DEL RECURSO HÍDRICO EN LA MICROCUENCA DEL RÍO SEGUNDO. REGIÓN CENTRAL DE COSTA RICA

    OpenAIRE

    Hernando-Echeverría, Ligia; Ruíz-Hernández, Amalia; Solís-Zamora, Kathya

    2012-01-01

    La microcuenca del río Segundo es parte de la principal zona de explotación hídrica, en la región Central de Costa Rica. Razón por la cual se realiza un diagnóstico de la disponibilidad del recur-so hídrico en  la microcuenca del río Segundo, e  identifcar  las áreas con mayor problemática de disponibilidad de recurso hídrico. Para ello se calculó un balance hídrico mensual, según uso del suelo, unidad geomorfológica y zona climática. Con base en este balance se calculó y clasifcó la disponib...

  1. CARMELITA PINTO FONTES E O GINÁSIO DE APLICAÇÃO DA FACULDADE CATÓLICA DE FILOSOFIA DE SERGIPE (1961-1967

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ane Rose de Jesus Santos Maciel

    2016-03-01

    Full Text Available Este artigo evidencia as ações pedagógicas da professora Carmelita Pinto Fontes no Ginásio de Aplicação da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe, entre os anos de 1961 a 1967. Esses estabelecimentos foram construídos como espaço de estágio para alunos concludentes dos cursos de Didática das Faculdades de Filosofia no Brasil, no entanto, tornaram-se um dos principais meios de divulgação de novas metodologias educacionais. Metodologicamente ancorado na pesquisa qualitativa, com apoio da História Cultural, da Educação e de Sergipe, além da História Oral, buscamos preencher lacunas deixadas pela historiografia da educação acerca de uma personagem importante para a configuração educacional que, através da educação, construiu sua trajetória intelectual em uma sociedade marcadamente masculina. Palavras-chave: Didática; Educação; Ginásio de Aplicação.   CARMELITA PINTO FONTES AND THE GYMNASIUM OF APPLICATION FROM THE CATHOLIC COLLEGE OF PHILOSOPHY OF SERGIPE (1961-1967 ABSTRACT This paper evidences the pedagogical actions from the professor Carmelita Pinto Fontes in the Gymnasium of Application from the Catholic College of Philosophy of Sergipe, through 1961 to 1967. These stablishment were built as a space of internship to senior students of the Didatic major from the Catholic College of Philosophy of Sergipe in Brazil; however, they became one of the main means for disseminating new educational technology. Methodologically anchored in qualitative research, with support of the Cultural History, Education and Sergipe, beyond of the Oral History, we seek to fill left gaps for the historiography of education about an important caracther to the educational configuration that built through education, her intellectual trajectory in a markedly male society. Keywords: Didatic; Education; Gymnasium of Application.   CARMELITA PINTO FONTES E O GIMNASIO DE APLICACIÓN DE LA FACULTAD CATÓLICA DE FILOSOFIA DE SERGIPE

  2. Desigualdades sociais e tuberculose: analise segundo raca/cor, Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Basta

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar características sociodemográficas e clínico-epidemiológicas dos casos de tuberculose e fatores associados ao abandono e ao óbito na vigência do tratamento. MÉTODOS Estudo epidemiológico baseado em dados notificados de tuberculose em indígenas e não indígenas, segundo raça/cor, em Mato Grosso do Sul, entre 2001 e 2009. Realizou-se análise descritiva dos casos de acordo com as variáveis sexo, faixa etária, zona de residência, exames empregados para o diagnóstico, forma clínica, tratamento supervisionado e situação de encerramento, segundo raça/cor. Utilizou-se análise univariada e múltipla por meio de regressão logística para identificar preditores de abandono e óbito, e odds ratio como medida de associação. Foi construída série histórica de incidência, segundo raça/cor. RESULTADOS Registraram-se 6.962 casos novos de tuberculose no período, 15,6% entre indígenas. Houve predomínio em homens e adultos (20 a 44 anos em todos os grupos. A maior parte dos doentes indígenas residia na zona rural (79,8% e 13,5% dos registros nos indígenas ocorreram em 45 anos (OR = 3,0; IC95% 1,2;7,8 e com a forma mista (OR = 2,3; IC95% 1,1;5,0 apresentaram associação com óbito. Apesar de representarem 3,0% da população, os indígenas foram responsáveis por 15,6% das notificações no período. CONCLUSÕES Houve importantes desigualdades em relação ao adoecimento por tuberculose entre as categorias estudadas. As incidências nos indígenas foram consistentemente maiores, chegando a exceder em mais de seis vezes as médias nacionais. Entre pretos e pardos, piores resultados no tratamento foram observados, pois apresentaram chance de abandono duas vezes maior que os indígenas. O mau desempenho do programa também esteve fortemente associado ao abandono e ao óbito. Acredita-se que, enquanto não se reduzir a pobreza, as desigualdades nos indicadores em saúde permanecerão.

  3. Totalitarismo, tecnocracia e sociedade de massas: uma reflexão sobre a distopia na sociedade contemporânea e a contribuição da filosofia da tecnologia

    OpenAIRE

    Cecília de Sousa Neves

    2017-01-01

    Este artigo visa explorar a articulação intrínseca entre tecnocracia, totalitarismo e sociedade de massa enquanto fenômenos interdependentes, cuja convergência introduz a distopia em seu paroxismo e atualidade. Utilizaremos como fio condutor de nossa reflexão o livro Admirável mundo novo escrito por Aldous Huxley, bem como o background propiciado pela atual filosofia da tecnologia. Visto que vivemos em uma sociedade de massas governada por um estado com traços claramente totalitários e cujo p...

  4. ABOUT ARISTOTLE'S PHILOSOPHY ON MIND È POSSIBILE UNA FILOSOFIA DELLA MENTE IN ARISTOTELE?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Botter

    2011-03-01

    Full Text Available In the three books of the De Anima Aristotle ranges over a diverse array of philosophical and scientific topics, such as the nature of life, self-movement, the senses, perception, imagination, thought, and the relation between mind and body. As a result, this work may seem to be a strange collection of only marginally related philosophical and biological topics given our modern sensibilities. Nonetheless it is united by Aristotle's basic concern for the nature and functioning of life in all its diverse forms. This inquiry offers modern readers significant insight into contemporary debates in the philosophy of mind.

    Nei tre libri del De Anima Aristotele presenta differenti argomenti di interesse filosofico e scientifico in relazione alla natura della vita, al movimento, ai sensi, alla percezione e immaginazione, al pensiero e alla relazione fra mente e corpo. De Anima sembra, pertanto, una accozzaglia di teorie filosofiche e biologiche che solo marginalmente potrebbero impressionare un ricercatore contemporaneo. Nondimeno, questa impressione è solo superficiale, in quanto l’unità dell’opera è fornita da una acuta analisi della natura dell’essere vivente e delle sue funzioni proprie. Lo studio di Aristotele si rivela, perciò, un contributo significativo nel moderno dibattito nella filosofia della mente.

  5. Dois problemas decisivos sobre Para uma filosofia do ato: o mundo cindido e os atributos do Ser e do ato ético

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Soares Martins

    2012-11-01

    Full Text Available Para uma filosofia do ato, ensaio fragmentado e inacabado de Mikhail Bakhtin, é um dos textos da década de 1920 que melhor permitem entrever o sutil e complexo diálogo que o filósofo russo estabelece com o campo filosófico de seu tempo, através, sobretudo, de uma empolgante virada interpretativa do legado kantiano. O presente estudo objetiva discutir como o conceito de divisão entre o mundo da vida e o mundo da cultura e os problemas dos atributos do Ser e da transitividade e eventicidade aberta do ato responsável são instrumentalizados de modo a permitir essa virada filosófica, configurando o que representa a primeira grande contribuição de Mikhail Bakhtin ao pensamento ocidental.

  6. CARVALHO, Olavo de. Maquiavel ou a confusão demoníaca. Campinas, SP: VIDE Editorial, 2011.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Saldanha Lula de Medeiros

    2017-03-01

    Full Text Available Escritor e filósofo com mais de 35 anos de carreira, Olavo de Carvalho dedicou parte da sua obra a esmiuçar o trabalho de grandes filósofos, como é o caso dos livros “A Nova Era e a Revolução Cultural” (1994, onde tece críticas aos escritos de Antônio Gramsci e Fritjof Capra; “Uma Filosofia Aristotélica da Cultura” (1994; “Aristóteles em Nova Perspectiva” (1996; e talvez o mais famoso de seus livros, intitulado “O Jardim das Aflições” (1995, Olavo de Carvalho, em quase 500 páginas, analisa os trabalhos de Epicuro, Marx, Comte, Hegel e outros. Em 2011, escreveu um livro dedicado a análise da obra de Nicolau Maquiavel, com foco em sua obra mais popular, “O Príncipe”, escrita no século XVI, pois, para Carvalho, “dos pensadores modernos mais célebres, Maquiavel é talvez o primeiro a entregar ao público uma doutrina tão desencontrada e confusa” (CARVALHO, 2011, p. 19.

  7. The species of Canomaculina, Myelochroa, Parmeunella, and Parmeunopsis (Parmeliaceae, Lichenized Ascomycotina from the "segundo planalto" in the state of Paraná, Brazil Espécies de Canomaculina, Myelochroa, Parmelinella e Parmelinopsis (Parmeliaceae, Ascomycotina Liquenizados do segundo planalto do Estado do Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sionara Eliasaro

    2000-08-01

    Full Text Available The present study describes the species of Canomaculina Elix & Hale, Myelochroa (Asahina Elix & Hale, Parmelinella Elix & Hale and Parmelinopsis Elix & Hale occuring in the "Segundo Planalto" in the State of Paraná. Keys Identification are given. Six species are reported for the first time for Paraná. Parmelinella wallichiana is cited for the first time for the American continent.Este estudo descreve as espécies de Canomaculina Elix & Hale, Myelochroa (Asahina Elix & Hale, Parmelinella Elix & Hale e Parmelinopsis Elix & Hale ocorrentes no Segundo Planalto do Estado do Paraná. São apresentadas chaves para a identificação das espécies. Seis espécies são citadas pela primeira vez para o Estado do Paraná. Parmelinella wallichiana é citada pela primeira vez para o Continente Americano.

  8. Ética do brincar

    OpenAIRE

    Daniele Noal Gai

    2015-01-01

    A ética do brincar está sujeita à criação e à desconstrução, engendra-se por ser uma máquina política e uma prática de ensinar experimental (segundo as questões da vida contemporânea). Opera com a pedagogia na educação e com a pedagogia na saúde, produzindo outra pedagogia, com articulação contemporânea vívida. Flerta (e tira partido) da filosofia, das artes, da pedagogia, e cria métodos pra educação e pra saúde. Produz entrecomposição com ações de ensino, pesquisa e extensão na universidade,...

  9. Os alicerces metateóricos da teoria social de John B. Thompson

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lopes, Felipe Tavares Paes

    2010-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivamos discutir os pressupostos metateóricos que embasam a teoria social de John B. Thompson. Para tanto, estruturamos o trabalho em três partes. Num primeiro momento, apresentamos e analisamos os pressupostos dessa teoria que dizem respeito à filosofia da ciência, ou seja, aqueles que se referem à ontologia, à epistemologia, à natureza humana e à metodologia. Num segundo momento, abordamos aqueles referentes à teoria sobre a sociedade, isto é, aqueles que se referem à natureza do mundo social. Num terceiro e último momento, analisamos a forma como a teoria social em questão amarra esses dois conjuntos de pressupostos e as implicações éticas decorrentes dessa amarra

  10. Integrar cultura e humanismo: desafio pedagógico da Filosofia no Ensino Superior Integrating culture and humanism: the challenge of teaching Philosophy in High Education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Joaquim Severino

    2012-12-01

    Full Text Available O ensaio visa debater a relevância e a necessidade da Filosofia nos currículos de todos os cursos universitários, mostrando que a presença desse componente formativo é imprescindível como mediação pedagógica no Ensino Superior, tendo em vista a finalidade intrínseca da formação universitária. Parte da premissa de que essa formação, além de garantir aos profissionais preparo científico e técnico, deve lhes assegurar maturidade e sensibilidade intelectuais que gerem referências conceituais e valorativas para a intencionalização de suas práticas no mundo do trabalho, no universo social e na esfera cultural. Defende então que a Filosofia pode exercer esse papel formativo ao explicitar e discutir os problemas do conhecimento, da ação e da existência e, assim, contribuir significativamente para tornar mais consistente a qualificação dos profissionais.This essay aims to discuss the relevance and need for Philosophy in the curriculum of all university courses, showing that the presence of this component is essential as formative mediation in University Education, in view of its intrinsic purpose. It assumes that such formation, in addition to ensure scientific and technical preparation to the professional, it must assure them intellectual maturity and sensitivity that generate conceptual and evaluative references to orientate their practices in the workplace, in the social universe and in the cultural sphere. It then argues that Philosophy can play this formative role explaining and discussing the problems of knowledge, action and existence and thus contributing significantly to make professional qualification more consistent.

  11. Un método para determinar los coeficientes no lineales de segundo orden en cerámicas piezoeléctricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    García, J. E.

    1999-10-01

    Full Text Available The use of piezoelectric materials is limited by their nonlinear behavior. Their measurement is rather cumbersome due to that their behavior depends on both second and third order terms. Second order terms can be isolated by the measurement of second harmonic generation. A method for discriminate the different nonlinear second order coefficients is proposed. A Langevin transducer, which has four alternating poled rings in order to behave as an electrical biport, is modeled. The system is defined by two parameters: the electrical load connected to the second port and the excitation frequency. For each experience the modulus and the phase of the current must be measured in both ports at the frequency ν and 2 ν. The system must be fully characterized as a linear electrical biport at both frequencies. Taking into account that in the equivalent circuit the nonlinearity appears as four voltage generators, and that only two variables can be measured at frequency 2ν for each experience, at least two experiences, different enough, must be done to determine all four coefficients.

    El uso de materiales piezocerámicos está limitado por su comportamiento no lineal. Sus medidas son complicadas debido a que su comportamiento depende de los términos de segundo y tercer orden. La generación de segundo armónico es un buen método para aislar los términos de segundo orden de los de tercer orden. Se propone un método que permite discriminar los coeficientes no lineales de segundo orden. Se modela un transductor de Langevin, trabajando alrededor de la frecuencia de resonancia, en el cual se han colocado cuatro anillos cerámicos con polarización alternada, tomando la forma de un transformador o bipuerto eléctrico. El sistema está definido por dos parámetros: la impedancia eléctrica conectada al segundo puerto y la frecuencia de excitación. Para cada experiencia la corriente debe ser medida, en módulo y fase, a frecuencias ν y 2ν. Teniendo en

  12. Cirugía del corazón univentricular en segundo estadio: técnicas y resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Félix Serrano

    2008-10-01

    Los resultados iniciales del segundo estadio son satisfactorios, lográndose supervivencias hospitalarias cercanas al 100% en las series más recientes, independientemente del tipo de técnica empleada. Es muy importante el estrecho seguimiento de estos pacientes para establecer el momento idóneo para el tercer estadio y conseguir mejores resultados a largo plazo.

  13. Elementos para uma filosofia universal da biologia: vida e a origem da ordem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Paola Alabi

    2015-06-01

    Full Text Available O Darwinismo Universal foi um conceito desenvolvido por Richard Dawkins em 1983. Ele responde positivamente à conjectura “Se existe vida fora da Terra, os organismos evoluem como os seres vivos da Terra?”. Por implicar em uma pergunta empírica, testável apenas quando encontrarmos vida extraterrestre, ela pode ser reformulada nos seguintes termos: “se existe vida fora da Terra, conseguiríamos detectá-la utilizando ferramentas baseadas no Darwinismo Universal?”. Cabe avaliar se a complexidade adaptativa centrada na seleção natural seria suficiente para explicar a evolução orgânica em qualquer parte do universo. O próprio Charles Darwin defendia um pluralismo explicativo para a evolução. Aqui, a proposta é discutir uma definição geral de vida não fundamentada exclusivamente na ideia de seleção natural mas incluindo conceitos como a auto-organização, que explica a emergência da ordem biológica a partir de características intrínsecas dos sistemas físico-químicos. O darwinismo estendido é um possível quadro teórico que busca uma compreensão universal da vida como um fenômeno emergente no intuito de reabilitar a universalidade e autonomia biológica, tendo como norte diferentes mecanismos evolutivos. Assim, abre-se um novo nicho epistemológico, que permite desenvolver uma visão plural para a filosofia da biologia.

  14. O EVANGELHO SEGUNDO DONA LAURICENA ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE UMA CRISTOLOGIA POPULAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Luiz De Mori

    1993-01-01

    Full Text Available Refletir tecnologicamente sobre a inspiração de um texto teológico poético-popular coletado na periferia de Belo Horizonte é a intenção do presente trabalho. "História de Jesus" foi o título que a autora deu ao texto. Sugestivamente se pode adiantar o resultado da reflexão, denominando-o de "Evangelho segundo Dona Lauricena".

  15. Sentidos de Vitória/Derrota para os Pais Segundo Atletas do Alto Rendimento

    OpenAIRE

    Amblard, Isabela; Cruz, Fatima Leite

    2015-01-01

    Este estudo compreendeu as representações sociais da vitória/derrota para os pais segundo atletas-adolescentes do esporte de alto rendimento, na cidade do Recife. A adolescência é compreendida a partir da Psicologia Social-histórica, e o embasamento teórico-metodológico da Teoria das Representações Sociais abordou os sujeitos em diferentes contextos socioculturais, lugares de pertencimento, experiências, crenças, saberes e sentimentos compartilhados. Adotou-se a perspectiva pluri metodológica...

  16. A Biblioteconomia e a Ciência da Informação na taxionomia das ciências de Charles Sanders Peirce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Cândido de Almeida

    2005-07-01

    Full Text Available Mostra a taxionomia das ciências desenvolvida por Charles Sanders Peirce (1839-1914 que divide as ciências em três ramos: ciências teóricas, ciências da revisão e ciências aplicadas. Detalha principalmente as ciências teóricas: a Matemática, a Filosofia e a Idioscopia. Discute também o conceito de Biblioteconomia e de Ciência da Informação e que segundo as definições e características, encontradas na literatura consultada, estão na condição de ciências aplicadas, direcionadas a problemas práticos da sociedade, ou seja, o problema de controle e disseminação da informação.

  17. La filosofía de Marcel: del idealismo al realismo, del realismo a la filosofía concreta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Urabayen

    2016-10-01

    Full Text Available En estas páginas se reflexiona acerca del significado del pensamiento de Marcel para delimitar qué es la filosofia concreta. Se incide en su formación neoidealista y su contacto con Bergson, que le conduce a una crítica del pensamiento sistemático que se agudiza tras la Primera Guerra Mundial. En segundo lugar, se produce un acercamiento al realismo, pero aparece un punto de desavenencia: para Marcel el ser está más allá del juicio predicativo. De ahí que opte por una filosofía existencial basada en dualismos y que se desarrolla como una serie de acercamientos al ser y no como una ontología.

  18. Uncovering Hegelian Connections: A New Look at Dewey's Early Educational Ideas

    Science.gov (United States)

    Waddington, David I.

    2010-01-01

    This paper is dedicated to the investigation of an important, but not particularly well known, connection between the work of Hegel and Dewey's early educational ideas. A brief exposition of Hegel's position in the "Philosophy of Right" is offered, with a particular focus on Hegel's idea of absolute freedom. This exposition is followed by an…

  19. Tratamiento de la psicomotricidad en el segundo ciclo de la educación infantil

    OpenAIRE

    Lasaga Rodríguez, María José; Campos Mesa, María del Carmen; Ries, Francis

    2013-01-01

    Con nuestra investigación pretendemos conocer el tratamiento que recibe la psicomotricidad en el segundo ciclo de la Educación Infantil, desde la opinión de los maestros que se encuentran desarrollando esta profesión. Para ello hemos pasado un cuestionario desde el año 2005 al 2011 a una muestra de 76 sujetos. Tras los resultados obtenidos podemos concluir que los maestros que imparten docencia en el grado de Educación Infantil consideran importante el trabajo de psicomotricidad en sus clase...

  20. Algunas observaciones sobre la religión y su lenguaje en el segundo Wittgenstein

    OpenAIRE

    Ortega Álvarez, Manuel

    2009-01-01

    A partir de las tesis referentes al lenguaje en las Investigaciones filosóficas, se analiza la manera en que Wittgenstein comprende el lenguaje religioso, especialmente en las Lecciones y conversaciones sobre estética, psicología y creencia religiosa. Al final del artículo se sostiene que el pluralismo que le otorga el segundo Wittgenstein al lenguaje, puede ser un elemento que favorezca un discurso religioso-teológico inclusivo y plural, en continua revisión y cambio, y en diálogo constante ...

  1. Construyendo un segundo idioma. El constructivismo y la enseñanza del L2

    OpenAIRE

    Kathleen Corrales Wade

    2009-01-01

    Desde los últimos 30 años del siglo XX, la enseñanza de un segundo idioma ha experimentado muchos cambios debido a la nueva conceptualización de lo que constituye una lengua y la nueva manera de ver el conocimiento y su procesamiento en la mente humana. Hoy en día, el enfoque comunicativo en el proceso de enseñanza y aprendizaje de una segunda lengua es tan aceptado como el modelo educativo constructivista del conocimiento en la educación general. Sin embargo, muy pocas veces se han equiparad...

  2. Avaliação de probiótico na alimentação de poedeiras comerciais no segundo ciclo de postura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.V. Nunes

    2013-02-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito da inclusão de probiótico sobre o desempenho e a qualidade dos ovos de poedeiras semipesadas no segundo ciclo de postura. Foram utilizadas 450 aves com 69 semanas de idade, distribuídas aleatoriamente em um delineamento inteiramente ao acaso, em cinco tratamentos, seis repetições e 15 aves por unidade experimental. A ração experimental foi à base de milho e farelo de soja e suplementada com probiótico composto por Lactobacillus acidophilus, Streptococcus faecium e Bifidobacterium bifidum. O experimento teve a duração de 16 semanas e foi dividido em quatro períodos de 28 dias cada, nos quais as aves receberam cinco rações experimentais contendo diferentes porcentagens de inclusão de probiótico, 0; 0,05; 0,10; 0,15 e 0,20%. Não foi observado efeito (P>0,05 da inclusão de probiótico sobre o desempenho e a qualidade dos ovos de galinhas poedeiras no segundo ciclo de postura. A inclusão de 0,10% de probiótico influenciou negativamente a gravidade específica dos ovos. A utilização de probiótico para galinhas no segundo ciclo de postura não interfere na produção e na qualidade dos ovos.

  3. Formação de professores e pesquisadores de matemática na faculdade nacional de filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Circe Mary Silva da

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é contribuir para o conhecimento da história da formação de professores e pesquisadores de Matemática na Faculdade Nacional de Filosofia - FNFi. Descreve-se o processo de negociação para a escolha de professores estrangeiros para atuar no curso de Matemática, bem como a proposta curricular; identificam-se os primeiros alunos e discute-se a formação pedagógica do futuro professor. Mostram-se as dificuldades enfrentadas durante a Segunda Guerra Mundial, pelos matemáticos estrangeiros, bem como analisa-se a contribuição de alguns desses matemáticos para o desenvolvimento da pesquisa no país. Identificam-se os primeiros brasileiros, José Abdelhay e Leopoldo Nachbin, que tiveram um papel relevante no ensino e pesquisa matemática, nos anos iniciais do surgimento do cursos de bacharelado e licenciatura em Matemática na FNFi. O período analisado vai da criação da FNFi (1939 e estende-se até meados de 1950, quando começam os embates pela disputa de espaço acadêmico na área de Matemática.

  4. Critical Social Theory: A Portrait

    Science.gov (United States)

    Torres, Carlos A.

    2012-01-01

    The term Critical Social Theory is employed in this article following the tradition of the Frankfurt School, and particularly the work of Herbert Marcuse and his interpretation of the political and social philosophy of Hegel and Marx. Discussing the contribution of G.W.F. Hegel to social theory Marcuse argued that: "Hegel's system brings to a…

  5. Ciências da Linguagem e Filosofia: uma análise das relações entre Linguística, Psicolinguística e Neurociências sob a ótica da Filosofia da Mente = Language Sciences and Philosophy: analyzing the relations between Linguistics, Psycholinguistics and Neurosciences under a Philosophy of Mind point of view

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferrari-Neto, José

    2012-01-01

    Full Text Available Algumas questões relativas à interface entre Linguística, Psicolinguística e Neuro-ciências são apresentadas e discutidas, em especial os problemas da incomensurabilidade ontológica e da granularidade (Poepp el e Embick, 2005, os quais ganham novos contornos quando considerados à luz do Problema da Redução na Filosofia da Mente (Heil, 1998; Teixeira, 2000. Dessa perspectiva, ambos os problemas são analisados a partir de propostas de solução do Problema da Redução formuladas no âmbito das teorias filosóficas da identidade, do reducionismo, do funcionalismo e da superveniência. Avalia-se a pertinência dessas propostas no que concerne à incomensurabilidade e à granularidade, ambas tomadas como fundamentais no estudo das possíveis interfaces entre as ciências da linguagem

  6. A questão de Deus no contexto da filosofia moral de Kant [The question of God on the horizon of Kant's practical philosophy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Ellwanger Calovi

    2016-09-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo investigar a significação de Deus no horizonte da filosofia prática de Kant. No entanto, é fundamental salientar que o referido conceito perpassa todas as obras de Kant e, ainda, é um dos conceitos que mais sofreu alteração de significado ao longo do pensamento kantiano. Desse modo, para atender ao objetivo central do texto dividiremos a investigação em três momentos. Inicialmente, apresentaremos os postulados da razão prática (imortalidade da alma e a existência de Deus. Em seguida abordaremos a relação dos postulados com a realização do sumo bem (união entre virtude e felicidade; por fim, apresentaremos, de uma forma geral, a prova moral da existência de Deus.

  7. "Nietzsche, intérprete do Brasil"? A recepção da filosofia nietzschiana na imprensa carioca e paulistana no final do século XIX e início do XX

    OpenAIRE

    Dias,Geraldo

    2014-01-01

    Apresentamos aqui quinze de alguns dos primeiros textos publicados sobre a filosofia de Nietzsche na imprensa carioca e paulistana entre o final do século XIX e início do XX. Os textos transcritos na sequência seguem a ordem cronológica de suas publicações. Alguns deles tematizam o contexto brasileiro, outros procuram entender a construção do pensamento do filósofo, outros ainda tratam de suas inclinações culturais pela França ou de suas desconfianças ideológicas pela Alemanha. We introduc...

  8. NECESSIDADE E LIBERDADE EM HANNAH ARENDT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odílio Alves Aguiar

    2015-07-01

    Full Text Available O presente artigo visa refletir sobre o pensamento de Hannah Arendt à luz do par conceitual necessidade-liberdade. Esse caminho é produtivo, pois dá conta tanto da obra mais conhecida e reconhecida da autora quanto das suas reflexões anteriores à Origens do Totalitarismo, que se dirigiam, na sua maioria, à comunidade dos Judeus e tinham a questão judaica como ponto central. As meditações arendtianas sobre o judaísmo, consideradas no presente artigo, foram publicadas em duas coletâneas na França: La tradition Cachée (1987 e Auschwitz et Jérusalem (1991. O artigo gravita em torno da defesa arendtiana sobre a inerência entre política e liberdade e sua substituição pela compreensão da política como submetida à esfera da necessidade. Essa perspectiva, segundo a autora, fez-se presente na tradição assimilacionista entre os judeus, mas já tinha obtido a hegemonia na cultura ocidental. Isso sucedeu em razão da primazia da vita contemplativa sobre a vita activa, do trabalho e da questão social em detrimento da ação e, por fim, da supremacia da filosofia da história em prejuízo da Filosofia Política.

  9. FILOSOFIA ORGANIZACIONAL EN LA GESTION DE LA SALUD EN MISIONES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Beatriz, Orzuza

    2011-01-01

    Full Text Available El transcurrir del tiempo nos acerca a nuevos conocimientos, la ciencia avanza en todos sus aspectos, que se traducen a todos los campos, de la organización, de la administración. La atención de la salud está pasando por acentuadas modificaciones, el modelo asistencialista, que atiende en función de las demandas, está adecuándose paulatinamente a las acciones recomendadas por el modelo sanitarista que actúa más intensamente junto a las comunidades y al medio ambiente, promoviendo la salud y previniendo enfermedades. El objetivo de este artículo es reflejar el cambio que se produjo en la filosofía organizacional del sistema de salud de Misiones. Con este fin, primero se conocerán las concepciones de las organizaciones newtonianas y cuánticas, enfocadas desde su origen filosófico. Segundo, se hará referencia al marco jurídico de las erogaciones de gestión del gobierno provincial. Tercero, se analizará la situación socioeconómica de la población de Misiones. Cuarto, se hará referencia al nuevo paradigma de salud. Para finalizar resaltando la implementación definitiva de una concepción holística en el sistema de salud.

  10. O pensamento de Emmanuel Lévinas: uma filosofia aberta ao feminino The thought of Emmanuel Lévinas: an open philosophy to the feminine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magali Mendes de Menezes

    2008-04-01

    Full Text Available O presente texto tem como objetivo percorrer três importantes obras do filósofo Emmanuel Lévinas - Da existência ao existente, O tempo e o outro, Totalidade e infinito - no intuito de compreender de que forma o conceito de feminino vai surgindo em suas reflexões e que significação assume diante do sujeito (compreendido por Lévinas como masculino, da subjetividade e do pensamento sobre a ética, considerada aqui como filosofia primeira.The present text intends to cover three important works by the philosopher Emmanuel Lévinas - De l'existence à l'existant, Le temps et l'autre, Totalité et infinit - in order to understand how the concept of feminine appear in his reflections and what meanings it assumes before the subject (understood by Lévinas as the masculine, the subjectivity and before the thought on ethics, considered by the philosopher as the first philosophy.

  11. Proteína C reactiva plasmática en el segundo trimestre para predicción de parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Suarez-Torres

    2016-06-01

    Conclusión: Las concentraciones plasmáticas de proteína C reactiva en el segundo trimestre están elevadas en las embarazadas que posteriormente presentan parto pretérmino, pero no son útiles en la predicción de este.

  12. La conservación de los fondos del Archivo del Tribunal Militar Territorial Segundo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquín Gil Honduvilla

    2009-12-01

    Full Text Available El presente trabajo describe el proceso por el que los fondos del archivo del Tribunal Militar Territorial Segundo fueron objeto de un convenio colaboración entre el Ministerio de Defensa, la Consejería de la Presidencia de la Junta de Andalucía y la Fundación Centro de Estudios Andaluces para su informatización y conservación. Se muestra la importancia del archivo, así como su organización y la legislación por la que se rige. El interés de la administración autonómica por colaborar en la ordenación de esta documentación no puede disociarse tampoco del proceso de recuperación de memoria histórica que existe actualmente en nuestra sociedad._____________________ABSTRACT:This work describes the process which led to the fact that the funds of the archive of the Tribunal Militar Territorial Segundo (The Second Territorial Military Tribunal became the object of a collaboration agreement between the Ministry of Defence, the Consejería de la Presidencia (Regional Ministry of Presidency of Junta de Andalucía and the Fundación Centro de Estudios Andaluces (Centre of Andalusian Studies Foundation concerning its computerisation and maintenance. The paper shows the importance of the archive, as well as its organisation and the laws it is subject to. The interest of the autonomous public administration in collaborating in the organisation of that documentation cannot be separated from the process of recuperation of the historical memory which is present in our society today.  

  13. Marxismo e filosofia: algumas considerações sobre os textos políticos Merleau-Pontyanos do pós-guerra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Diniz Mendonça

    1987-01-01

    Full Text Available A tentativa merleau-pontyana de aproximação do marxismo, empreendida nos idos do pós-guerra, é perpassada por constante ambigüidade. Não obstante o propósito do filósofo de se filiar à teoria de Marx, suas análises políticas revelam-se distantes de suas intenções. Concebendo a história como uma "aventura" que escapa a qualquer esquema racional, Merleau-Ponty questiona, desde seus primeiros escritos, a dialética marxista entre lógica e contingência na história. A tensão interna que dilacera os textos do autor nos anos 40, anunciando (e preparando a recusa da teoria da revolução estampada mais tarde nas Aventuras da Dialética, permite indagar se esse desfecho dos anos 50 não teria sido, ao invés de um corte no interior da obra, o resultado necessário dessa tentativa problemática de aproximação do marxismo a partir de categorias que lhe são estranhas (próprias às filosofias da existência e à fenomenologia.

  14. Caracterização da filosofia educacional do corpo docente da FUELCharacterization of educational philosophy faculty FUEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Silva O. Carvalho

    1981-11-01

    Full Text Available Acredita-se que a caracterização de filosofia educacional de um corpo docente universitário possa subsidiar os departamentos, os centros e a própria universidade nos processos de definição e operacionalização dos seus objetivos educacionais. Com esse fim efetuou-se um estudo exploratório na Fundação Universidade Estadual de Londrina, do qual participaram vinte por cento do seu corpo docente. Baseado na descrição das correntes fllosófico-educacionais propostas por George F. Kneller em sua obra Introdução à Filosofia da Educação (1966 organizou-se um questionário com escalas bipolares, que permitiu a cada respondente expressar sua aprovação ou desaprovação, em graus diversos, a cada um dos princípios filosófico-educacionais. No instrumento, os princípios não eram identificados com as respectivas correntes, a fim de se evitar o "efeito de Halo". O trabalho apresenta os princípios dominantes tanto na Universidade como nas áreas de estudo, nas categorias "concordo muito", "discordo muito", e nas intermediárias. Verificou-se que a corrente filosófico-educacional mais representativa do modus operandi do corpo docente da Universidade é da PROGRESSIVISMO com um total de 212 escolhas. Com menor número de preferências vem o PERENIALISMO, seguido de RECONSTRUCIONISMO e ESSENCIALISMO.; O princípio do "progressivismo" que melhor caracteriza o pensamento didático do corpo docente é: "Considerando que o indivíduo aprende de acordo com os seus próprios meios e interesses, o papel do professor não é o de dirigir, mas de orientar a aprendizagem".It is said that the characterization of the educational philosophy of a university teaching staff may help the departments, the centros, and the university itself in the processes of defining and producing their educational objectives. Thus, in order to find out which was the most representative educational-philosophic current in the university, an exploratory study was carried out

  15. A educação hebraica segundo Theobaldo Miranda Santos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Augusto de Souza

    2015-01-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo apresentar a educação hebraica segundo o pensamento de Theobaldo Miranda Santos (1904-1971. Para tanto, investigaremos o capítulo do manual didático “Noções de História da Educação” que tratou exclusivamente desse tema. Buscamos problematizar o tratamento oferecido pelo intelectual ao tema da educação hebraica. Considerando que Theobaldo publicou seu manual didático pela primeira vez em 1945, no período de hegemonia de ideologias como o fascismo e o nazismo, procuramos compreender as nuances da educação hebraica de acordo com seu pensamento. Essas ideologias demonstravam grande preocupação com a chamada “questão judaica”, que já havia sido apontada por Karl Marx (1818-1883 ainda durante o século XIX, na Alemanha. O surgimento do antissemitismo no plano político foi uma característica desse período histórico. O tratamento oferecido por Theobaldo Miranda Santos ao tema da educação hebraica consiste no objeto dessa investigação.

  16. Analysis of transect counts to monitor population size in endangered insects: the case of the el segundo blue butterfly, Euphilotes bernardino allyni.

    NARCIS (Netherlands)

    Mattoni, R; Longcore, T; Zonneveld, C.

    2001-01-01

    Before, during and after habitat restoration from 1984 to 1994, we monitored population size of the federally listed endangered El Segundo blue butterfly, Euphilotes bernardino allyni (Shields). In the subsequent formalization of a recovery plan for the species, the U.S. Fish and Wildlife Service

  17. Tambos de Filosofía Indígenas: la perspectiva de la nosotridad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Meza Salcedo

    2017-08-01

    Full Text Available La existencia de una filosofía al interior de las culturas ancestrales en América Latina ha sido una cuestión hasta hoy debatida, desde que se planteó la interrogante sobre el filosofar de estos pueblos originarios. La colonización epistemológica de la cultura occidental ha llevado a invisibilizar y/o negar la existencia de otros saberes y formas de vivir la vida de diferentes comunidades indígenas. La filosofía como ejercicio racional para responder a los grandes interrogantes de la vida, no es sólo una, no tiene patria, ni época, sino que son múltiples, multiculturales, y algunas de ellas comunales. Entre los indígenas hay una cosmovivencia y un pensamiento nosótrico que puede mejorar la calidad de vida en todos los ámbitos de la misma, que en esencia son relacionales. Dos tópicos darán la pauta en este trabajo: primero el de las cosmovisiones y filosofías amerindias y en segundo lugar el de la nosotridad entre los incas y mayas-tojolabales. Palabras clave: filosofía indígena, nosotridad, cosmovisión, América Latina. Tambos das filosofias indígena: a perspectiva da nosotridad Resumo A existência de uma filosofia dentro das culturas ancestrais da América Latina tem sido uma questão amplamente discutida até os últimos dias, desde que a questão sobre o filosofar dessas populações aumentou. A colonização epistemológica da cultura ocidental levou à negação da existência de outros meios de conhecimento e formas diferentes de viver a vida nas comunidades indígenas. Filosofia como exercício racional para responder a grandes questões na vida, não é apenas uma, não tem pátria ou tempo, mas são múltiplas, multiculturais e algumas delas são comunais. Entre a população indígena há uma experiência da cosmo -cosmovivencia- e um pensamento nosotrico que podem melhorar a qualidade de vida em todos os aspectos, que em essência são relacionais.. Dois tópicos principais são o ponto de partida deste trabalho

  18. O conceito de racionalidade em Habermas: a 'guinada lingüística' da teoria crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Jordão Machado

    1988-12-01

    Full Text Available Este ensaio originalmente foi uma comunicação apresentada na UNICAMP. Foi escrito a propósito da visita de Habermas ao Brasil, esperada para o segundo semestre do ano passado. Seu objetivo imediato era fornecer algumas informações sobre as reflexões habermasianas mais recentes. Para isto, tentou-se inserir historicamente a proposta habermasiana de uma "razão comunicativa" no atual contexto de generalizada irrupção de formas discursivas fragmentárias relativistas e irracionalistas (o "pós-estruturalismo" francês e o "pensiero debole" italiano são os exemplos estudados. Sem pretender esgotar um tema tão complexo, tentou-se também levantar algumas questões sobre as possibilidades crítico-cognoscitivas da "guinada linguística" da filosofia de Habermas e de Apel.

  19. O processo de subjetivação segundo a esquizoanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Cassiano

    2013-01-01

    Full Text Available Buscamos compreender nossos processos de subjetivação através da noção de linhas na esquizoanálise. Segundo Deleuze e Guattari, somos formados por três tipos de linhas: (a dura, (b maleável e (c de fuga. As linhas duras nos compõem através do estabelecimento de dualidades sociais, que nos estratificam, no sentido forte do termo. São as grandes divisões na sociedade: rico ou pobre, trabalhador ou vagabundo, normal ou patológico, homem ou mulher, culto ou inculto, branco ou negro, etc. As linhas maleáveis possibilitam variações, ocasionando desestratificações relativas. E as de fuga representam desestratificações absolutas, no sentido em que rompem totalmente com os limites das estratificações estabelecidas. Para o entendimento desse processo são cruciais as noções de corpo e desejo.

  20. A poesia e sua tradução, segundo os primeiros românticos alemães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Barbosa

    2006-06-01

    Full Text Available A versão do poema épico indiano Bhagavad-Gita do sânscrito para o latim, realizada por August von Schlegel, gerou controvérsia no início do século XIX, nos anos que se seguiram a 1823, quando foi publicada. O trabalho foi criticado pelo sanscritólogo francês S. A. Langlois e criteriosamente estudado por Wilhelm von Humboldt, que não lhe poupou elogios. O filósofo Georg W. F. Hegel baseou-se, por sua vez, no estudo de Humboldt, principalmente para questionar a afirmação de Humboldt e de Schlegel, de que o texto traduzido seria a única poesia antiga com autêntico conteúdo filosófico, e também para fazer algumas observações tradutológicas. Essa polêmica erudita foi enriquecida posteriormente com as opiniões de autores ingleses como H. Th. Colebrooke, também especialista em sânscrito, e Charles Wilkins, que fizera a primeira tradução da Bhagavad-Gita para a língua inglesa, em 1784. Esse debate inspiraria então as reflexões de August von Schlegel sobre tradução, que ele escreveu em 1826, ou seja, 3 anos após a sua primeira tradução da Bhagavad-Gita. Em 1846, um ano após sua morte, é publicada uma segunda versão que ele havia feito desse mesmo poema.

  1. ETHICS, POLITICS AND FREEDOM IN HEGEL’S PHILOSOPHY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BÜNYAMİN BEZCİ

    2013-06-01

    Full Text Available The concept of freedom constitutes the relationship between ethics and politics in Hegel’s thought. Contrary to Kantian understanding of the concept of freedom in which the concept is autonomous from nature and society, Hegel attempts to reconcile the social and individual existence of human being. The first condition of freedom for individual is to have a self-consciousness, that is being aware of himself. But freedom that could not being comprimized with being social is not the real freedom. Hegel also examines freedom in its historal manner. Freedom, in its historical manner, has reached its completed meaning only in Western societies. Hegel thinks that freedom becomes concrete in practical and political manner in Prussian State, in other words, in modern state. According to Hegel the modern state is a state in which justice and power is united. That is, the state has a both political and ethical existence. Hegel suggests that social institutions are legitimized only by realization of freedom. State is also the supreme normative insitution which concretize ethical life. The aim of this study is to understand Hegel’s attempt of synthesizing individual and society by using ethical and political concepts.

  2. The normative claims of Brazil’s democratic ethos: bourdieu’s habitus, critical theory, and social philosophy = As exigências normativas do ethos democrático brasileiro: o habitus em Bourdieu, teoria crítica e filosofia social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira Junior, Nythamar Hilario Fernandes de

    2011-01-01

    Full Text Available O artigo defende uma interlocução interdisciplinar entre teoria social e filosofia social, com o fito de reformular o problema da normatividade nas práticas sociais, especialmente no contexto de um ethos democrático brasileiro. Recorrendo a aportes de teoria crítica e de epistemologia social, o texto propõe-se a reexaminar a concepção de habitus de Bourdieu, de forma a contribuir para um construcionismo social mitigado que não pode ser reduzido a um discurso pós-moderno ou a uma versão de relativismo

  3. A poesia como fonte histórica para o estudo da filosofia do direito Poetry as historical source to the study of philosophy of law

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moacyr Motta da Silva

    2010-11-01

    Full Text Available This study aims to demonstrate, from reading the classic poetry of Homero, that its verses, created by the author, form a rich source of topics to Philosophy of Law. So, it is important to detach that the work which was object of this research is a poetry. Homero seems to have it written with the aim of demonstrating that, even in its poetic art, the artist uses the principles of Moral, Ethics, Justice to point that no Society sustains itself in the richness of achieving robbery, treachery, lies. From this universe of themes, the author elaborated the following topics: The Prediction of Tragedy; 2.0 The war between two kingdoms: the first cause; 3.0 First Reading of Moral; Second Reading of Politics; Reading III Poetic Esthetics, Reading IV Symbolic – the balance as an Instrument of Equilibrium; Reading V The Judge; Reading VI About Religious and Society; Reading VII The Poetry of Homero as an educational instrument. This introspective research, developed based on the poetry of Homero, aims to detach topics related to Philosophy of Law.O estudo procura demonstrar, a partir da leitura da clássica poesia de Homero, que os versos produzidos pelo autor constituem uma rica fonte de temas para a Filosofia do Direito. Releva assinalar que a obra pesquisada se constitui de uma poesia. Homero parece tê-la escrita com o objetivo de demonstrar que, até mesmo na arte poética o artista pode valer-se dos princípios da Moral, da Ética, da Justiça para assinalar que nenhuma Sociedade se sustenta na riqueza da conquista por assaltos, traições, mentiras. A partir deste universo temático, o autor elaborou os seguintes tópicos: A predição da Tragédia; 2.0 A Guerra entre Dois Reinados: causa primeira; 3.0 Leitura I Da Moral. Leitura II Da Política; Leitura III Estética poética; Leitura IV O simbólico – a Balança como Instrumento de Equilíbrio; Leitura V Do Juiz. Leitura VI Da Cultura Religiosa e Sociedade; Leitura VII A poesia de Homero como

  4. UMA FILOSOFIA ONTOLÓGICA DA INFÂNCIA E OS EXERCÍCIOS POÉTICOS DE SER CRIANÇA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ELAINE DA SILVA CARVALHO DONATO (UESB

    2017-06-01

    Full Text Available RESUMO: O presente trabalho tem por objetivo a leitura do livro Exercícios de Ser Criança (1999, à luz da filosofia de Gaston Bachelard (1884-1962, principalmente pelo significado teórico que a infância toma nas poéticas do Devaneio e do Espaço. Exercícios de ser criança (1999, primeiro livro do poeta Manoel de Barros publicado com a classificação infanto-juvenil, recupera as principais características do programa poético manoelino: a aversão ao utilitarismo da linguagem, o universo infantil como temática central, o devaneio como exercício poético. Assim, temas como brincadeiras, travessuras e o modo próprio de como a criança vive o devaneio são recorrentes em toda a obra. Neste sentido, busca-se compreender como Manoel de Barros, por meio de seu fazer poético, toma a infância como signo de eterno retorno a um tempo que, a priori, é irrecuperável, mas que através dos exercícios poéticos de ser criança, torna-se um espaço permanentemente imóvel, de recordação, de revisitação. A infância como espaço de memória e criação poética. Palavras- Chave: Manoel de Barros. Infância. Poesia Brasileira. Bachelard.

  5. Døden, ånden og historien i kunsten. En analyse af historiebegrebernt med eksempel i Bertel Thorvaldsen

    DEFF Research Database (Denmark)

    Holm, Henrik

    2003-01-01

    Berteæ Thorvaldsen, J.F.G. Hegel, Friedrich Nietzche, Erwin Panofsky, Hayden White, Jacques Derrida, Kunsthistorie, historie, skulptur, æstetik......Berteæ Thorvaldsen, J.F.G. Hegel, Friedrich Nietzche, Erwin Panofsky, Hayden White, Jacques Derrida, Kunsthistorie, historie, skulptur, æstetik...

  6. Hirsch's index: a case study conducted atthe Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

    Science.gov (United States)

    Torro-Alves, N; Herculano, R D; Terçariol, C A S; Kinouchi Filho, O; Graeff, C F O

    2007-11-01

    An analysis of scientific bibliographic productivity using the Hirsch h-index, information from the Institute of Scientific Information database and the Curriculum Lattes (CNPq, Brazil) was performed at the Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP) that has four departments in natural, biological and social sciences. Bibliometric evaluations of undergraduate programs showed a better performance of the departments of Chemistry (P < 0.001) and Biology (P < 0.001) when compared to the departments of Physics and Mathematics and Psychology and Education. We also analyzed the scientific output of the six graduate programs of FFCLRP: Psychology, Psychobiology, Chemistry, Physics Applied to Medicine and Biology, Comparative Biology, and Entomology. The graduate program in Psychology presented a lower h-index (P < 0.001) and had fewer papers indexed by the ISI web of science (P < 0.001) when compared to the other graduate programs. The poorer performance of the Psychology program may be associated with the limited coverage by the Thompson Institute of Scientific Information database.

  7. Trabajar los problemas matemáticos mediante materiales lúdico-manipulativos en segundo ciclo de Primaria

    OpenAIRE

    Salas-Fortià, Anna

    2013-01-01

    El presente trabajo pretende ser una propuesta metodológica sobre cómo enfocar la didáctica de los problemas matemáticos con niños de segundo ciclo de primaria, aspecto en el que a menudo presentan dificultades. Con la aplicación de los recursos y métodos aquí propuestos se pretenderá lograr un mayor éxito en la resolución de problemas matemáticos, así como aumentar la motivación de los alumnos en relación a la asignatura de matemáticas. Para elaborar esta propuesta partimos de dos premisas b...

  8. The pastoral implications of human freedom according to Juan Luis Segundo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente de Paula Ferreira

    2016-09-01

    Full Text Available The paper aims to reflect the issue of human freedom based on the underlying principles of the Christian faith in a time of anthropological vulnerability, especially in Latin American. It holds that Christianity must insist on its proposal to promote universal goodwill, despite a human horizon marked by selfishness and lust for power and money. This approach presupposes a radical position of a listener of the divine mystery, revealed in Jesus Christ, as a way to fulfill the human condition. Theoretical framework: Liberation Theology, in the view of Juan Luis Segundo, and its well-established tradition of transforming realities of injustice through faith, comprises the core argument of this text. Findings: Christian salvation necessarily implies the kenosis (κένωσις of Jesus, i.e., Christ “emptied Himself” (Ph. 2:7, and through His humble dispossession, He broke with all closed systems of the world, and inaugurated a new venture of a liberated freedom: the agape of love. Conclusion: Christian praxis as daily care for the poorest and prophecy of forgiveness rescues the memory of the victims of all forms of human selfishness. 

  9. FISCALIDAD DE LAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE SEGUNDO GRADO./SECOND DEGREE COOPERATIVES FROM A TAX POINT OF VIEW

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio NAVARRO HERAS

    2007-01-01

    Full Text Available Este artículo trata de mostrar la especial tributación de las sociedades cooperativas de segundo grado, como instrumento de integración tradicionalmente utilizado por las sociedades cooperativas para emprender procesos de concentración. Centraremos el estudio de su fiscalidad en el Impuesto sobre Sociedades por las particularidades tributarias que presenta el mismo en este tipo societario. Respecto a este impuesto las sociedades cooperativas de segundo grado pueden optar por tributar como simples sociedades cooperativas, acogiéndose a la Ley 20/1990, de 19 de diciembre, sobre Régimen Fiscal de Cooperativas, o hacerlo como grupo cooperativo, amparándose en el régimen especial de tributación consolidada establecido para este tipo social. Al igual que las sociedades de primer grado éstas disfrutan de una serie de beneficios fiscales tanto en la imposición directa como en la indirecta, como consecuencia de la naturaleza social de las mismas./In this paper we show the special tax system of the second degree cooperatives, as a mean of integration used by them for concentration processes. We focus on the income tax for its legal peculiarities for this kind of firms. In relation to this same tax, second degree cooperatives can choose between to pay their taxes as simple cooperatives (Law 20/1990, December 19th or as cooperative groups (Consolidation taxation. As first degree cooperatives, these ones have some tax profits in direct and indirect taxation due to their social nature.

  10. Recursos para la estimulación del lenguaje en el segundo ciclo de educación infantil

    OpenAIRE

    Escudero Zarzuelo, Marta

    2017-01-01

    Con este Trabajo Fin de Grado me gustaría destacar la importancia de la estimulación del lenguaje oral en Educación Infantil, en especial, en el Segundo Ciclo, puesto que he realizado el periodo del Prácticum II con alumnos de 4 años. El valor educativo de la comunicación oral queda recogido en los distintos apartados de la fundamentación teórica, así como en la justificación de este trabajo. Asimismo, presentaré una serie de actividades para favorecer tanto la comunicación oral como la co...

  11. DETERMINISMO MORAL EM HUME: A APOSTA NA REGULARIDADE MORAL DETERMINISM IN HUME: TRUSTING IN REGULARITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Cachel

    2008-12-01

    Full Text Available Hume, no segundo livro do Tratado e na Investigação acerca do Entendimento Humano, sustenta a posição de que a vontade atua segundo a necessidade e não conforme a liberdade. A filosofia humeana é defensora da existência de uma causa necessária para as ações voluntárias, causa essa que não seria a vontade, como iniciadora da cadeia causal, mas sim algo anterior que a determina na geração de efeitos necessários. Este artigo pretende expor seus argumentos, mostrando como essa temática evidencia a importância que passa a ter a busca por regularidades, o que pretende nos permitir breves reflexões sobre o estatuto conferido por Hume a certas áreas do conhecimento, bem como a respeito do estatuto da própria filosofia humeana. In second book of  the Treatise of Human Nature and also in the book An Enquire concerning Human Understanding, Hume sustain his position that the will act according to necessity, not according to freedom. Humean philosophy defends the existence of a necessary cause to the voluntary human actions, and that this cause is not the will´s own movement, but something prior to it, that establishes the generation of necessary effects. This paper aims to show his arguments and intents to indicate the importance of the search for regularities. Through such examination, we want to develop brief ideas about Hume´s meaning for certain areas of knowledge, as well as for the very meaning of humean philosophy.   Keywords: determinism, human action, regularity, will.  

  12. Continuidade ou ruptura? Uma análise de alguns aspectos da filosofia social de John Stuart Mill, Alfred Marshall e John Maynard Keynes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LAURA VALLADÃO DE MATTOS

    2015-06-01

    Full Text Available O artigo argumenta que é possível se falar em uma 'tradição' no campo de filosofia social e econômica unindo as obras de J.S. Mill e Alfred Marshall e J.M. Keynes. Essa 'tradição' pode ser caracterizada pelas seguintes concepções: (a pela rejeição moral aos valores aquisitivos do capitalismo; (b pela visão de que o sistema capitalista seria incapaz de resolver de forma espontânea as questões das desigualdades de renda e riqueza e da pobreza; (c pela ideia de que, por uma questão de garantia de liberdade e da diversidade, além de por questões de eficiência econômica, dever-se-ia deixar a iniciativa individual agir livremente nas esferas em que é capaz de engendrar bons resultados, mas que o Estado deveria intervir, quando essa falha, atuando em benefício da coletividade; (d pela crença de que seria possível melhorar significativamente esse sistema por meio de mudanças pontuais e graduais.

  13. Kant resucitado: Junto a un renacimiento de Hegel en las últimas generaciones de la Teoría Crítica. Por la necesidad de apostar a la idea de un progreso moral y a la utopía de una sociedad cosmopolita pluralista de derecho Kant resurrected: Together with Hegel’s rebirth during the last generations of the Critical Theory. To the necessity of committing to the idea of moral progress and the utopia of a plural cosmopolitan society of rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gregor Sauerwald

    2011-07-01

    Full Text Available En el contexto de la pregunta por el destino de la Teoría Crítica, la discusión entre Axel Honneth y Jürgen Habermas sobre el cambio en el paradigma de la Filosofía Política y Social con la tesis "de la comunicación al reconocimiento" gira aquí en torno a una reconstrucción crítica de la filosofía de Immanuel Kant, un Kant ´moderado´ en un modelo ´explicativo´ o ´hermenéutico´, y así ´irrebasable´ del progreso moral, rompiendo su sistema, y un Kant ´destrascendentalizado´, apto para fundamentar la necesidad de un diálogo entre la razón y la fe. ¿Por qué Kant y no Georg Hegel, central este último para los dos filósofos alemanes en su superación de las aporías de la primera generación de la Teoría Crítica? Pero ¿dónde queda Karl Marx, tan importante para los fundadores de la Escuela de Frankfurt? Y ¿no había exigido Habermas en 2009 con motivo del aniversario de su discípulo, que Honneth, después de su viaje de Marx a Hegel, hiciera el necesario regreso? De tal manera que en esta vuelta, Honneth trajera en su equipaje lo rescatado del Idealismo Alemán. Así la historia de la Teoría Crítica queda inconclusa.In the context of the question for the fate of the Critical Theory, the debate between Axel Honneth and Jürgen Habermas on the change in the paradigm of Social and Political Philosophy with the thesis "from communication to recognition" here revolves around a critical reconstruction of Immanuel Kant’s philosophy, a ‘moderated’ Kant in an ‘explanatory’ or ‘hermeneutic’ model, and so ‘unsurpassable’ moral progress, breaking his system, and a ‘distranscended’ Kant, suitable to substantiate the need for a dialogue between reason and faith. Why Kant and not Georg Hegel, the latter being central for the two German philosophers in their overcoming of the aporias of the first generation of the Critical Theory? But where it remains Karl Marx, so important to the founders of the Frankfurt

  14. Hegel’s Implicit View on How to Solve the Problem of Poverty: The Responsible Consumer and the Return of the Ethical to Civil Society

    NARCIS (Netherlands)

    Anderson, J.H.

    2001-01-01

    Against those who argue that Hegel despaired of providing a solution to the problem of poverty, I argue, on the basis of key dialectical transitions in Hegel's Rechtsphilosophie, that he held at least the following: (1) that the chronic poverty endemic to industrial capitalism can be overcome

  15. ÉTICA E PESSOA HUMANA SEGUNDO O RACIOVITALISMO HISPÂNICO: CONTRIBUIÇÕES DA FILOSOFIA DE JULIÁN MARÍAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlindo F. Gonçalves

    2009-01-01

    Full Text Available Se trata de exponer y examinar los argumentos del filósofo Julián Marías en relación con el problema de la ética de la persona humana, desde la perspectiva de la vida humana y de la Antropología metafísica. Integrante de la "Escuela de Madrid", su pensamiento ha sido inspirado por la filosofía raciovitalista de Ortegay Gasset. En este trabajo se pretende recuperar el contexto de esa influencia, para introducir los principales conceptos de su modelo teórico, y presentar sus consideraciones sobre la vida como un argumento biográfico proyectivo, la instalación de las circunstancias y las mundanidades como formas de hacer la persona.

  16. Reapresentação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ulpiano Toledo Bezerra de Meneses

    1983-06-01

    Full Text Available (primeiro parágrafo do texto Fruto da iniciativa, do entusiasmo e da permanente dedicação do Professor Eurípedes Simões de Paula, a Revista de História, iniciada em 1950, foi por ele dirigida até sua inesperada morte, em novembro de 1977. Tendo atingido, nesses vinte e sete anos, com uma espantosa freqüência bimestral, cento e doze números, tornou-se, sem dúvida, a mais notória publicação nesse campo, no Brasil.  Com a doação da Revista ao Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, pelos herdeiros e segundo as intenções de seu fundador, entra ela em nova fase, após quase cinco anos de interrupção.

  17. Potência de ação e ordem: o poder e a razão segundo Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes

    OpenAIRE

    Kersting, Wolfgang

    2006-01-01

    O autor apresenta aborda, primeiramente, a relação entre poder e razão no pensamento político de Maquiavel. Num segundo momento, apresenta, no pensamento de Hobbes, a trajetória que se estende da razão impotente do estado de natureza até à razão poderosa do Estado, dispensador de segurança

  18. PROGRAMA PARA FOMENTAR EL DESARROLLO DE LA INTELIGENCIA EMOCIONAL EN EL ALUMNADO DE SEGUNDO CURSO DE EDUCACIÓN PRIMARIA

    OpenAIRE

    Cañás-Vidal, Mari Carmen

    2014-01-01

    El presente trabajo está dirigido a la creación de un programa para abordar el desarrollo de la Inteligencia Emocional en un grupo de segundo curso de Educación Primaria. En esta misma dirección, se investigará cómo influye el desarrollo de la inteligencia emocional en los otros tipos de inteligencia. Se plantean propuestas para que los alumnos expresen un adecuado comportamiento, asimilen las emociones positivas, autorregulen su conducta y sean capaces de proceder adecuadamente ante una s...

  19. The Use of the Vernacular in Early Modern Philosophy

    NARCIS (Netherlands)

    L. van Bunge (Wiep)

    2015-01-01

    textabstractFew modern philosophers have determined our understanding of early modern philosophy in the way Hegel has. More in particular, Hegel held highly influential views on the real significance of the language in which Philosophy came into its own after the Middle Ages. In his Lectures on the

  20. Croce, Gramsci e a "autonomia da política"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Bianchi

    2007-11-01

    Full Text Available Na reflexão que Gramsci desenvolveu nos Quaderni del carcere, o tema da autonomia da política ocupa uma importante posição. Foi com base nessa reflexão que Gramsci desenvolveu sua pesquisa a respeito de política e da possibilidade de uma ciência política. Segundo Benedetto Croce, cabia a Nicolau Maquiavel o mérito de ter afirmado pela primeira vez a autonomia da política. Para Croce, essa autonomia permitia estabelecer uma distinção radical entre ética e política e entre "filosofia da política" e "ciência empírica da política". Gramsci tomou criticamente a reflexão croceana como ponto de partida de sua leitura de Maquiavel. O reconhecimento da autonomia da política implicava que esta não poderia ser reduzida à religião ou à ética. Como campo do conhecimento e como atividade, a ciência política e a política tinham regras próprias, que as distinguiam de outras formas do conhecimento e da atividade humana. Mas tal "autonomia" não implicava, para o marxista sardo, uma separação radical entre política e moral. Por essa razão, Gramsci encontrava em Maquiavel um precursor da filosofia da práxis em sentido pleno, ou seja, o criador de uma "ciência-ação revolucionária".

  1. Filosofia, tecnologia e tecnocracia: uma análise conceitual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando de Morais Firmino

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo faz uma reflexão sobre os conceitos de Tecnologia e de Tecnocracia, a partir da ótica filosófica. Desenvolveu-se no contexto de um projeto de pesquisa, realizado por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio – PIBIC-EM no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – Câmpus Cajazeiras, encontrando-se em fase de conclusão. O objetivo do referido projeto é analisar e socializar discussões sobre a técnica e a tecnologia a partir de um viés filosófico. Salientase que o projeto foi desenvolvido por aluno de curso técnico integrado ao ensino médio, com o intuito de aproximação dos conceitos em questão. Optou-se pela investigação do tipo bibliográfica, a partir do diálogo com teóricos como Dusek, Lévy, Platão, entre outros. Com base na análise feita, chegou-se a alguns achados: primeiro, não se pode desconsiderar, na conceituação de técnica, características humanas, como a razão, a liberdade, a criatividade, o discernimento, a escolha e a ambição, aspectos necessários para facilitar a condição e o trabalho humano. Segundo, a técnica está amplamente ligada à tecnologia, pois aquela precede a criação desta e participa de sua utilização. E, por fim, o complexo sistema tecnocrático só pode de fato existir na presença constante das técnicas, mas compreende-se que o governante fundamentalmente tecnocrata é também, na verdade, um estudioso, um aluno. Para que tal governante exista, é necessária uma educação bem fundamentada e completa. Essa é exatamente a relação entre técnica, tecnologia e tecnocracia.

  2. Potência de ação e ordem: o poder e a razão segundo Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kersting, Wolfgang

    2006-01-01

    Full Text Available O autor apresenta aborda, primeiramente, a relação entre poder e razão no pensamento político de Maquiavel. Num segundo momento, apresenta, no pensamento de Hobbes, a trajetória que se estende da razão impotente do estado de natureza até à razão poderosa do Estado, dispensador de segurança

  3. The Critique of The Moral Worldview

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ezra Heymann

    2007-04-01

    Full Text Available Resumen:El examen de la visión moral del mundo que Hegel realiza en la Fenomenología del Espíritu VI C es polémico y hostil en sus acentos. Sin embargo, las objeciones puntuales a los planteamientos comunes a la ética kantiana y fichteana son justas y deben ser tenidas en cuenta cuando tratamos de rescatar lo que la ética kantiana tiene de convincente.La crítica de Hegel se centra en la relación que se da en todo actuar entre la conciencia y la naturaleza: tanto la naturaleza a la cual la acción se aplica y en medio de la cual se desenvuelve, como la naturaleza interior que alimenta y da fuerza ejecutiva al pensar y querer. Hegel muestra que la reivindicación de una autarquía de la conciencia moral no es sólo quimérica; ella desconoce la razón de ser y la posibilidad interna de la acción. Al poner de manifiesto la esencial incompletitud de todo saber moral, sea en la forma de una conciencia en general, sea en la de una individualidad que se autoafirma, Hegel abre una perspectiva a su noción de espíritu absoluto, entendido como la conciencia que reconoce en la contrariedad y en su insuficiencia su propio y adecuado elemento vital. Abstract:Hegel's examination of the “moral worldview” in his Phenomenology of Spirit , VI C, is anything but friendly. Nevertheless, his precise objections to the common basis of Kant's and Fichte's ethics are justified, and we must give them due attention if we want to work out what we find convincing in Kantian ethics. Hegel's critique focuses on the relationship between consciousness and nature: both the world in which action takes place and develops, and our inner nature which nurtures and gives executive force to our thought and our inclinations. To consider moral consciousness autarchic is not only unrealistic, according to Hegel; it also means to ignore the rationale and the internal possibility of action. By revealing the essential incompleteness of all moral knowledge, this chapter opens a

  4. OCM: Organismos Culturalmente Modificados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gaetano Chiurazzi

    2017-11-01

    Full Text Available Con la palabra “biotecnología” podemos entender una tecnología que modifica la vida en el sentido de zoé o de bios. Mientras en el primer caso hablamos de OGM (Organismos Genéticamente Modificados, en el segundo sería más indicado hablar de OCM (Organismos Culturalmente Modificados. En este texto me propongo examinar el significado de esta intervención tecnológica sobre la vida, partiendo de que el hombre es un animal intrínsecamente cultural, que modifica con la tecnología el ambiente circundante y por lo tanto a sí mismo. Los conceptos que intervienen en la definición del hombre como OCM son el de “mundo” (siguiendo a Heidegger y el de “espíritu objetivo” (deducido por Hegel. En la parte final presento una confrontación con la teoría de la mente extendida de Clark y Chalmers, proponiendo una tesis diferente, la “mente concreta”

  5. Den moderne bevidstheds katedral

    DEFF Research Database (Denmark)

    Ostenfeld Pedersen, Simon

    2002-01-01

    Interview med idéhistorikeren Dorthe Jørgensen der under overskriften ”Den moderne bevidstheds katedral” blotlægger hendes mangeårige arbejde med Hegel, og hvor hun giver en række relevante bud på en aktualiserende Hegel-læsning centreret omkring felter som metafysik, historiefilosofi og æstetik....

  6. Nivel de consumo diario de frutas y verduras en escolares con sobrepeso y obesidad del primer y segundo grado de primaria de la Institución Educativa Particular San Andrés. Lima. Mayo 2011

    OpenAIRE

    Alfaro, katherine

    2013-01-01

    Objetivos: Determinar el nivel de consumo diario de frutas y verduras en escolares con sobrepeso y obesidad de primer y segundo grado de nivel primario de la IEP San Andrés. Diseño: Estudio descriptivo, transversal, observacional y prospectivo. Institución: Institución Educativa Particular San Andrés. Participantes: Veintisiete escolares con sobrepeso y 33 con obesidad, de primer y segundo grado de nivel primaria. Intervenciones: Aplicación de formato de frecuencia de consumo de frutas y verd...

  7. Dimorfismo sexual en la proporción entre el segundo y cuarto digito (2D/4D de Gonatodes albogularis (Gekkonidae en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Peñuela

    2011-01-01

    Full Text Available La proporción entre el segundo y cuarto dígito (2D/4D ha sido bien estudiada como un dimorfismo sexual que puede resultar de los efectos androgénicos prenatales sobre la expresión de los genes homeobox. Se ha encontrado que este dimorfismo exhibe patrones filogenéticos en el cual las hembras tienen mayor proporción entre dígitos en especies mamíferas y menor proporción entre dígitos en especies de aves y reptiles. Este estudio midió los dígitos segundo y cuarto de todos las extremidades, en 25 especímenes machos y 25 especímenes hembras adultos de Gonatodes albogularis. Se determinó que no existían diferencias significativas entre la proporción (2D/4D en machos y hembras como dimorfismo sexual de la especie. Estos resultados indican que esta especie de lagartija arbórea se desvía de la proporción entre dígitos mostrada por especies diápsida. Posibles factores ambientales asociados son discutidos.

  8. The Master/iSlave Dialectic : Post (Hegelian) Phenomenology and the Ethics of Technology

    NARCIS (Netherlands)

    Gertz, Nolen; Seibt, Johanna; Nørskov, Marco; Andersen, Søren Schack

    2016-01-01

    In part one of this paper I turn to Don Ihde to show how a technological object can occupy the role that “the other” plays for Hegel in his phenomenology as the structural features of Hegel's analyses of self-other relations can be found in Ihde's analyses of human-technology relations. I then turn

  9. Possibilidades e linhas de fuga: a invenção de escolas outras no dia a dia – Uma entrevista com Silvio Donizetti de Oliveira Gallo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dóris Maria Luzzardi Fiss

    2016-06-01

    Full Text Available Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986, mestrado em Educação (1990, doutorado em Educação (1993 e livre docência em Filosofia da Educação (2009, todos pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é Professor Associado III (MS-5.3 da Universidade Estadual de Campinas. Desde 2007 é bolsista produtividade do CNPq.Membro de diversas associações científicas do campo da Filosofia da Educação no Brasil e no exterior, no biênio 2014-2016 é Presidente da SOFIE - Sociedade Brasileira de Filosofia da Educação. É co-editor da Revista Fermentario, publicada pela FFyH da Universidad de la República (Uruguai e pela FE-Unicamp. É editor chefe da Revista Pro-Posições, da Faculdade de Educação da Unicamp. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia francesa contemporânea e educação, ensino de filosofia, filosofia e transversalidade, anarquismo e educação. Agradecemos pela gentileza e disponibilidade do referido docente, que atendeu prontamente o pedido da professora Dóris Maria Luzzardi Fiss e cedeu esta entrevista em 03 de abril de 2016, por e-mail.

  10. EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE / Education and Diversity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadja Hermann

    2014-11-01

    Full Text Available A diversidade e a pluralidade se evidenciam nos múltiplos estilos de vida e de orientações valorativas, modos de fundamentação e filosofias, diferentes paradigmas, entre outros aspectos. Provocam o questionamento de verdades arraigadas, forçando-nos a rever conceitos e desestabilizando certezas, as quais constituíram a base da ação pedagógica. Na tentativa de compreender a questão, o artigo apresenta, primeiramente, uma aproximação conceitual da pluralidade (Welsch e Kant para, em um segundo momento, expor a relação tensional que se estabelece entre educação e pluralidade, oscilando entre a recusa e a aceitação da pluralidade. Por fim, destaca-se que a exposição desse caráter tensional é produtiva, porque promove o confronto de convicções, forçando a abertura de nossa mentalidade. Palavras-chave: Pluralidade. Diversidade. Educação. Ética.

  11. A anarquia imemorial do mundo - Levinas e a ética da substituição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Farias, André Brayner de

    2008-01-01

    Full Text Available O tema da substituição é o coração da filosofia levinasiana. O desejo do infinito, a questão que move o pensamento, expressa-se na fórmula: ter-o-outro-em-sua-pele. Segundo Levinas é isso o que explica o fato de sermos tão numerosos no mundo. A substituição é a sustentação do mundo. Mas não significa isso uma idéia de fundamento. A metafísica levinasiana aborda o ser como questão que excede o princípio de uma fundamentação filosófica ou condição de possibilidade. O ser em questão é anterior ao princípio como o outro-em-sua-pele não é uma condição subjetiva, mas a incondição do pensamento, o desde sempre da responsabilidade: anarquia imemorial do tempo e do mundo

  12. Alguns comentários sobre a Ética de Aristóteles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Brocco

    2017-04-01

    Full Text Available O presente artigo tem o objetivo de apresentar alguns pontos relevantes acerca da concepção aristotélica de ética. Para tanto, será necessário situar sua teoria no interior do movimento da filosofia helênica, tomando como ponto de partida a relação estabelecida entre as obras de Aristóteles e Platão. Em um segundo momento, serão realçados alguns caminhos interpretativos e analíticos da ética aristotélica, com destaque para alguns conceitos principais, como phronesis, a noção de justiça, a amizade e o autodomínio. O objetivo do trabalho é contribuir para a análise e interpretação da ética aristotélica ou ética das virtudes, buscando diferenças em relação às éticas normativas.

  13. Eficacia tópica de Myrciaria dubia en la curación de quemaduras de segundo grado en ratas Holtzman.

    OpenAIRE

    Karla Pacci-Salazar; Lizette Nureña-Noriega; José Vásquez-Cerro; Guillermo Araujo-Espinoza; Marco Gálvez-Niño

    2009-01-01

    Objetivo: Comparar el efecto de la crema a base de Myrciaria dubia con el efecto antibiótico de la crema de sulfadiazina argéntica. Diseño: El presente es un estudio experimental aleatorizado incompleto. Participantes: 15 ratas Holtzman hembras de 9-10 semanas a las cuales se les produjo quemaduras de segundo grado. Intervenciones: Se produjo una quemadura cuadrada de 1cm2 de piel del dorso de las ratas usando un cautín modificado para producir tres quemaduras térmicas por cada animal. Se sel...

  14. El conocimiento del ciclo del agua en el segundo ciclo de Educación Primaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Guerrero Valle

    2017-07-01

    Full Text Available El agua tiene una gran importancia e influencia en nuestras vidas y en nuestro planeta. En este trabajo se presenta una investigación sobre el conocimiento sobre el ciclo del agua en el segundo ciclo de la Educación Primaria. Para el estudio, se ha realizado en dos centros de Primaria un cuestionario sobre lluvia que recoge los conceptos claves para una comprensión básica del mecanismo de la lluvia como del ciclo del agua, junto con un dibujo sobre la lluvia. La investigación pone de manifiesto que el grado de conocimiento sobre el ciclo del agua de los estudiantes es alto, pero se trata de un conocimiento incompleto y, en algunas ocasiones, erróneo. Después de reflexionar sobre los resultados obtenidos, se propone la implicación educativa necesaria para mejorar dichos resultados.

  15. História familiar em segundo grau como fator de risco para câncer de mama Second-degree family history as a risk factor for breast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Marques de Souza

    1998-09-01

    Full Text Available Objetivos: investigar a associação entre história familiar de câncer de mama em segundo grau e o risco de apresentar a doença. Métodos: estudo de caso-controle com casos incidentes. Foram avaliados 66 casos e 198 controles selecionados entre mulheres que realizaram mamografia em Serviço Privado de Radiodiagnóstico no período de janeiro de 94 a julho de 97. Casos e controles foram pareados quanto idade, idade da menarca, da primeira gestação e da menopausa, paridade, uso de anticoncepcionais orais e terapia de reposição hormonal. Resultados: não houve diferença significativa entre casos e controles em relação a outros fatores de risco que não história familiar em segundo grau. As pacientes com câncer de mama apresentaram maior chance de ter história familiar em segundo grau comparadas aos controles (RC=2,77; IC 95%, 1,03-7,38; p=0,039. Conclusões: a neoplasia maligna de mama está associada à presença de história familiar em segundo grau para essa doença.Purpose: to evaluate the association between second-degree family history of breast cancer and the risk to develop the disease. Methods: case-control study of incident cases. Sixty-six incident breast cancer cases and 198 controls were selected among women who were submitted to mammography in a private clinic between January 1994 and July 1997. Cases and controls were paired regarding age, age at menarche, at first live birth, at menopause, parity, oral contraceptives and use of hormonal replacement therapy. Results: there was no significant difference between cases and controls regarding all risk factors evaluated, besides second-degree family history. Patients with breast cancer were more likely to have second-degree relatives with breast cancer when compared to controls (OR=2.77; 95% CI, 1.03-7.38; p=0.039. Conclusions: malignant neoplasm of the breast is significantly associated with a second-degree family history of this disease.

  16. Um percurso pela Filosofia Prática e História das Ciências sobre a constituição dos zoológicos como espaços de lazer e de musealização científica

    OpenAIRE

    Alan Curcino Pedreira da Silva; Maria de Fátima Nunes; Marconi José Pimentel Pequeno

    2015-01-01

    Este artigo trata da constituição dos zoológicos como espaços delazer e de musealização científica, utilizando-se, como recurso metodológico, um percurso por entre os campos da Filosofia Prática e da História das Ciências. Parte da origem e evolução da relação entre o homem e os demais animais, sob dimensões culturais, ético-políticas e de direitos dos animais, para descrever a história da formação dos zoológicos numa perspectiva mundial. Dos primeiros zoológicos da antiguidade aos zoológicos...

  17. Considerações sobre a teoria do cérebro triuno e sua relevância para uma filosofia da mente e das emoções = Remarks on the triune brain theory and its relevance to a philosophy of mind and emotions

    OpenAIRE

    Mograbi, Gabriel José Corrêa

    2015-01-01

    Este artigo estabelece algumas relações fundamentais entre evolução, a teoria do cérebro triuno e a relevância que esta pode ter para a fundamentação empírica de uma filosofia da mente e das emoções. Inicialmente, será especialmente considerada a posição do filósofo Ronald de Sousa no seu já clássico artigo The Minds Bermuda Triangle: Philosophy of Emotions and Empirical Science, parte do Oxford Handbook of Philosophy of Emotions. A segunda seção discute a validade da teoria do cérebro triuno...

  18. THE SHAPES OF RESENTMENT IN NIETZSCHE'S PHILOSOPHY AS FORMAS DO RESSENTIMENTO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Edmilson Paschoal

    2009-12-01

    Full Text Available Nietzsche doesn't open the use of the word resentment in German philosophy. However, what he does is expand the meaning of the term, leading him to cover the idea of a physiological weakness of a psychic indigestion and also a social sense. In this article we see some of the characteristics of this use of Nietzsche's term and scope of resignification that he imposes to the concept of resentment.

    Nietzsche não inaugura o uso da palavra “ressentimento” na filosofia alemã. O que ele faz é ampliar o significado do termo, levando-o a abranger a idéia de uma fraqueza fisiológica, de uma indigestão psíquica e também de um problema social. Neste artigo aponto alguns dos traços marcantes dessa utilização do termo por Nietzsche e o alcance da ressignificação que ele impõe ao conceito de ressentimento.

  19. Atitudes frente a aspectos relevantes da prática médica: estudo transversal randomizado com alunos de segundo e sexto anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Rainha Mascia

    Full Text Available Estudo transversal com duas amostras randomizadas de 50 alunos do segundo e 50 do sexto ano de graduação em Medicina. Foi aplicado um questionário com questões abertas e a escala "Instrumento de avaliação de atitudes de estudantes de medicina frente a aspectos relevantes da prática médica" (Colares, 2002. A escala contém 52 questões referentes à: 1. Aspectos psicológicos e emocionais nas doenças orgânicas e mentais; 2. Manejo de situações relacionadas à morte; 3. Atenção primária à saúde; 4. Aspectos relacionados à doença mental; 5. Contribuição do médico ao avanço científico da medicina; 6. Outros aspectos relacionados à atuação médica e às políticas de saúde. As atitudes são categorizadas em positivas, negativas e conflitantes. Observou-se que os estudantes apresentaram atitudes positivas frente a pelo menos três dos seis aspectos abordados; os alunos do segundo ano e do sexto ano apresentaram diferença estatisticamente significativa (chi² = 6,901, g.l. = 1, p < 0,05 nas atitudes relacionadas ao fator 2 (manejo de situações relacionadas à morte.

  20. Relações de força: uma análise a partir do Primeiro, Segundo e Terceiro Setor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Franck Pichler

    2013-12-01

    Full Text Available Através do método da análise dos discursos em editais à seleção de projetos do Terceiro Setor – voltando-se à enunciação e chegando aos contratos de leitura – é traçado um panorama de como os Primeiro e Segundo setores da sociedade recebem, organizam e coordenam o Terceiro Setor. O trabalho investiga as relações de força como maneira de compreender a adequada atuação de relações públicas nas interações existentes entre os poderes Público, Privado e Social.

  1. Calidad del llenado del certificado de defunción y muerte fetal en un hospital de segundo nivel en México

    OpenAIRE

    Henández Mier, C.

    2014-01-01

    l os certificados de defunción y muerte fetal son de valor legal, epidemiológico y es tadístico, el objetivo del presente estudio es proponer un modelo objetivo y evaluar la calidad del llenado en un hospital de segundo nivel en México. Metodologí a: Se realizó un estudio observacional, descriptivo, retrospectivo, tomando como variables los requisitos establecidos en la Guía Para el Llenado del Certificado de Defunción y del Certificado de Muerte Fetal. La evaluación de l...

  2. The origins of psychology in Italy: Themes and authors that emerge through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy].

    Science.gov (United States)

    Bartolucci, Chiara; Lombardo, Giovanni Pietro

    2012-08-01

    This article examines the scientific-cultural context of the second half of the 1800s, during which psychological science emerged in Italy. The article explores the contribution made by the emergence of the primary research traditions of that period, namely, physiological anthropology and phreniatry, by means of a methodology that combines content analysis with a classical historiographical study of the period. Themes and authors deriving from the various disciplines in the human and natural sciences were identified through a content analysis of the Rivista di Filosofia Scientifica [Journal of Scientific Philosophy], a periodical that is representative of Italian positivism. The analysis highlights the epistemological perspective held by scholars who, distancing themselves from the mechanistic reductionism of the proponents of positivism, integrated a naturalistic and evolutionary conceptualization with the neo-Kantian critique. A clearly delineated naturalistic and differential perspective of scientific research that brought about the birth of psychology as an experimental discipline in Italy in the 1900s emerges from the analysis, including psychology and psychopathology as studied by the phreniatrists Gabriele Buccola, Enrico Morselli, and Eugenio Tanzi; Tito Vignoli and Giuseppe Sergi's work in comparative anthropology; Giulio Fano's approach and contribution to physiology; and Enrico Ferri's contribution to criminology. (PsycINFO Database Record (c) 2012 APA, all rights reserved).

  3. Efecto magnetocalórico en materiales con transiciones de fase de segundo orden: Optimización de la capacidad de refrigeración

    OpenAIRE

    Caballero Flores, Rafael

    2011-01-01

    La tesis presenta un estudio del efecto magnetocalórico en materiales con transiciones de fase de segundo orden. Se centra esencialmente en la dependencia con el campo magnético aplicado de la variables termodinámicas relevantes del proceso, estudio de aleaciones basadas en hierro para minimizar los costos de los materiales refrigerantes, y fabricación de composites para minimizar los valores de las intensidades del campo requeridas en el proceso de refrigeración.

  4. Impregnações tecnoestéticas na vida cotidiana: inconsciente óptico, filosofia da caixa preta, artealização e "everyware"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kati Caetano

    2012-06-01

    Full Text Available O propósito do artigo é rediscutir a relação entre discurso, sociedade e tecnologia, tendo como mote a ideia da “filosofia da caixa preta”, e expandindo-a para a configuração atual da chamada sociedade computadorizada. Busca refletir sobre posições teóricas que vêm postulando a disseminação de uma cultura do virtual às formas de vida, e apregoando a contaminação dilatada de uma práxis, em princípio afeita a determinado tipo de dispositivo, sobre o princípio da vida em sua totalidade. Em suma, trata de modos de discursivizar o mundo e de se discursivizar no mundo em face das potencialidades tecnológicas. O enfoque é o de uma estética que deriva desse contexto, com base em duas manifestações empíricas exemplares da cultura digital: 1 o da apresentação da notícia por meio de formas prevalecentes no entretenimento virtual, especificamente nos chamados “newsgames”, mediante o argumento da eficácia de seus resultados para o engajamento do cidadão e 2 a da cultura da base de dados, como afirmação de um paradigma estatuído em princípio explicativo/organizador de valores, e de um regime comunicacional movido pelo afã de novidade e compulsiva interação.

  5. Factores que inciden en el proceso de enseñanza - aprendizaje del español como segunda lengua (L2, segundo grado, escuela “Santo Tomás de Umbra”, segundo semestre del año 2007.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Pekitle Pedro

    2012-09-01

    Full Text Available La temática se fundamenta en los factores que inciden en el proceso de enseñanza - aprendizaje del español como segunda lengua (L2, segundo grado de Educación Primaria, escuelabilingüe en la comunidad: “Santo Tomás de Umbra”, segundo semestre del 2007. Asimismo, identifica los factores socioeconómicos que influyen para que la niñez aprenda hablar elespañol durante su escolaridad. La metodología aplicada fue participativa, activa e interactiva entre los investigadores y los participantes en la investigación (la comunidad dado el enfoque etnográfico de la investigación, se aplicaron instrumentos como guías de entrevistas semi - estructuradas y grupos focales para madres y padres de familia, estudiantes, docentes, directores de la comunidad.Los resultados reflejan diversas situaciones que dificultan que la niñez aprenda a hablar el español como segunda lengua para la socialización y necesidades de comunicación con otras personas, destacando el factor pedagógico, la ausencia de capacitaciones, el desconocimiento y aplicación de metodologías pertinentes para la enseñanza de segunda lengua por parte de la maestra. Entre las conclusiones es que uno de los mayores problemas que incide de forma negativa en el aprendizaje del español, es la no aplicación de una metodología pertinente y el desconocimiento de las habilidades lingüísticas para que la niñez pueda ampliar su repertorio verbal para diversos fines. Así como la poca práctica del español por parte de la niñez en la comunidad. Por lo cual se recomienda a las instancias correspondientes como el MINED- PEBI, tomar cartas en el asunto para brindar mayor atención a los docentes de la comunidad, en materia de capacitación y especialmente en aplicación de metodologías para enseñanza del español y conocimientos básicos sobre lingüística.

  6. Generalized principal resonance in oscillatory systems of second order; Resonancia principal generalizada en sistemas oscilatorios de segundo orden

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Munoz Aguirre, E. [Universidad Autonoma de Puebla, Oaxaca (Mexico); Alexandrov, V. V. [Benemerita Universidad Autonoma de Puebla, Puebla (Mexico)

    2001-02-01

    This paper will describe the generalized principal resonance of systems as described by the second order of ordinary differential equations and proved by the Pontriaguin maximal principle to coincide with the lengthened solution of an external problem of the same system. The results are verified in special cases of general resonance and parametric resonance for the Mathieu equation. [Spanish] En el presente articulo se estudia la resonancia principal generalizada para sistemas descritos por ecuaciones diferenciales ordinarias de segundo orden y se demuestra con ayuda del principio del maximo de Pontriaguin, la coincidencia de esta con la solucion prolongada de un problema extremal para el mismo sistema. Ademas se verifican estos resultados en los casos particulares de resonancia general y resonancia parametrica para la ecuacion de Mathieu.

  7. Avaliação das condições de intubação traqueal com rocurônio aos 60 segundos em crianças, adultos e idosos Evaluación de las condiciones de intubación traqueal con rocuronio a los 60 segundos en niños, adultos y ancianos Tracheal intubation conditions at 60 seconds in children, adults and elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Simões de Almeida

    2004-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O rocurônio apresenta um início de ação mais rápido do que todos os outros bloqueadores neuromusculares adespolarizantes disponíveis comercialmente, permitindo a intubação traqueal em tempo similar ao da succinilcolina. Além do relaxamento das cordas vocais, também é importante para uma intubação rápida e segura, em que não haja reação ao tubo traqueal ou tosse após a sua colocação. Esse trabalho tem por objetivo comparar as condições de intubação traqueal com rocurônio (0,6 mg.kg-1 com escala clínica em crianças, adultos e idosos. MÉTODO: Após medicação pré-anestésica com midazolam, monitorização de rotina e indução da anestesia com propofol e fentanil, foram avaliadas, por escala clínica, as condições de intubação traqueal após 60 segundos, em 60 pacientes com idades entre 1 e 88 anos, estado físico ASA I a III, que receberam rocurônio (0,6 mg.kg-1 em 5 segundos. Os pacientes foram divididos em três grupos de acordo com a faixa etária: Grupo 1 (G1 crianças de até 12 anos, Grupo 2 (G2, adultos de 18 a 65 anos e Grupo 3 (G3, pacientes acima de 65 anos. Foram analisados os seguintes parâmetros: as condições de intubação traqueal por escala clínica, a pressão arterial e o pulso, aferidos antes (controle,após a indução, após a injeção de rocurônio, 3 e 5 minutos após a intubação traqueal. RESULTADOS: Todos os pacientes foram intubados com sucesso em 60 segundos, mas as condições clinicamente aceitáveis em 100% dos casos só foram obtidas nos adultos e idosos. Três crianças foram classificadas como em condições ruins devido à presença de tosse sustentada por mais de 10 segundos. Não houve alterações significativas da pressão arterial nem da freqüência do pulso durante o estudo. CONCLUSÕES: Nas condições desse estudo, a dose de 0,6 mg.kg-1 foi suficiente para intubação traqueal em 60 segundos em adultos e idosos. No entanto, foi

  8. La subnormalidad a debate: discursos y prácticas sobre la discapacidad intelectual en el segundo franquismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Del Cura

    Full Text Available Resumen Durante las dos últimas décadas de la dictadura franquista, las personas con discapacidad intelectual se convirtieron en objeto de preocupación de la sociedad española y protagonizaron un debate en el que participaron el Estado, la Iglesia, algunos grupos profesionales y sus propias familias. Este debate estuvo alimentado por ideas que circulaban en el contexto internacional y que defendían el derecho de estas personas a incorporarse a la sociedad y a disfrutar de las mismas oportunidades que el resto de los individuos. El objetivo de este trabajo es identificar las circunstancias que favorecieron la aparición de esta preocupación y apuntar los elementos que sirvieron para configurar los discursos y guiar las prácticas sobre la discapacidad intelectual desarrolladas en el segundo franquismo.

  9. Eficacia del uso del plasma rico en factores de crecimiento en defectos periodontales distales de segundos molares inferiores, posterior a la extracción de un tercer molar mandibular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Sánchez-Gutiérrez

    2017-07-01

    Conclusiones: No se encontró diferencia significativa con el uso de PRFC en cuanto a ganancia en el nivel clínico de inserción periodontal en el área distal de segundos molares después de la extracción de terceros molares inferiores retenidos.

  10. Segundo ciclo de la licenciatura de traducción e interpretación en formato semipresencial en la universidad de VIC

    OpenAIRE

    Cánovas, Marcos

    2005-01-01

    La Facultad de Ciencias Humanas, Traducción y Documentación de la Universidad de Vic ofrece desde el curso 2001-2002 el segundo ciclo de la licenciatura de Traducción e Interpretación en formato semipresencial o de blended learning, con el apoyo de entornos virtuales de enseñanza. En la presente comunicación se realiza una descripción del diseño del curso; se tendrán especialmente en cuenta aspectos como el entorno didáctico, el papel del profesorado, la perspectiva de los estudiantes, los fa...

  11. La formación de los profesores de Filosofía u la paradoja del "giro filosófico" A formação dos professores de Filosofia e o paradoxo do "giro filosófico" Formation of teachers of Philosophy and the paradox of "turn philosophical"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Ruggiero

    2012-12-01

    Full Text Available En el presente artículo se recupera la lectura de un texto del profesor Guillermo Obiols con el doble propósito de mantener viva la memoria de una búsqueda filosófica colectiva e intentar a su vez un balance de nuestras prácticas de enseñanza de la Filosofía. Se propone también pensar la formación de los futuros profesores de Filosofía desde una perspectiva filosófica que asuma la centralidad del proyecto de autonomía como horizonte de un trabajo de reconstrucción de la propia subjetividad.Este artigo recupera a leitura de um texto do professor Guillermo Obiols com o duplo propósito de manter viva a memória de uma busca filosófica coletiva e promover um balanço de nossas práticas de ensino de Filosofia. Também tem o propósito de pensar a formação dos futuros professores de Filosofia desde uma perspectiva filosófica que assuma a centralidade do projeto de autonomia como horizonte de um trabalho de reconstrução de sua própria subjetividade.This article recovers the reading of a text by professor Guillermo Obiols with the dual purpose of keeping the memory of a collective philosophical search alive and, in turn, trying to balance our Philosophy teaching practices. There is also a proposal to consider the qualification of future Philosophy teachers from a philosophical perspective that assumes the core of the autonomy project as the basis of the reconstruction work on subjectivity itself.

  12. PERCEPÇÃO E CONHECIMENTO SEGUNDO ARISTÓTELES, PLATÃO E PROTÁGORAS: UMA BREVE COMPARAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Aggio

    2009-02-01

    Full Text Available O texto examina a relação entre conhecimento e sensação, sensação e pensamento, ser eperceber segundo Protágoras, Platão e Aristóteles, com o objetivo de mostrar o que é a percepçãosegundo o paradigma sofístico e o platônico e, por fim, qual é o lugar da tese aristotélica sobre apercepção diante desses dois paradigmas. Como resultado da investigação, temos que, paraAristóteles, diferentemente de Protágoras, a sensação não é responsável por todos os julgamentos,nem por discriminar todos objetos cognoscíveis; também para Aristóteles e diferentemente de Platão,o extremo oposto não é verdadeiro, a saber, que a sensação não discrimina seus próprios objetos.Conhecimento e sensação, portanto, não devem ser idênticos ou distintos de modo absoluto, nem oser é absolutamente ser percebido, nem o ser percebido é absolutamente indeterminado, mas, paraAristóteles, o ser é, em parte, percebido e determinado pela faculdade perceptiva e, em parte,conhecido pelo intelecto. O texto, deste modo, pretende elucidar como o ser é conhecido pelapercepção segundo Aristóteles, tratando assim de um ponto extremamente controverso, a saber:como a sensação discrimina seus próprios objetos sem a intervenção do pensamento, se taldiscriminação resume-se apenas em processos fisiológicos ou é também uma atividade da alma e, seé também uma atividade da alma, em que sentido a alteração física ocorrida no corpo,conjuntamente com uma certa atividade da alma, constituem a percepção.

  13. Søren Kierkegaard og blikkets koder

    DEFF Research Database (Denmark)

    Linnet, Ragni

    out of the original context, emptying them of any, also transcendent, content, and filling them with new significance. Here the thesis shows how Kierkegaard applies an allegorical approach to his antetypes and concludes that these antetypes interact with the indirect notification form, and can......, the thesis concludes that the mediating, reconciling figure in Hegel is inflated, with special emphasis on the classicising features in Hegel, while the romantic, form reflexive aspects of his aesthetic are abjected. This entails, for example, that Hegel's descriptions of the dialectic of colour and of its......'s aesthetic loses a significant proportion of its resilience and explosiveness. Finally, in view of the thesis' interest in the ambiguity of Heiberg's relation to the painting, I can show how there is a hitherto unobserved link between the Golden Age painting and the Italian (Venetian) baroque and proto...

  14. A Questão da Presença na Filosofia e nas Artes Cênicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Ferracini

    2017-05-01

    Full Text Available No espetáculo ao vivo o corpo do espectador parece se sintonizar com a distribuição de energia provocada por outros corpos em movimento. Pode-se dizer que o público dança com o performer, sente a vertigem dos movimentos, balança no mesmo ritmo, mesmo sem se movimentar na cadeira. Os recursos técnicos do vídeo, cinema ou computador, ao contrário, fazem com que o senso de esforço do ator ou performer seja distorcido, transmitindo frequentemente uma impressão de espontaneidade em cada gesto. A respiração ofegante, o suor, os erros e os riscos da performance ao vivo acabam por ser eliminados após a edição. A transformação do corpo fluido ao vivo para o corpo exposto na tela passa por uma série de mediações e distanciamentos, que implicam em uma redução das possibilidades de percepção do movimento. O objetivo da mesa é refletir sobre os limites e possibilidades do conceito de “presença cênica” na filosofia, no teatro e nas artes contemporâneas da performance, enfatizando as transformações mediáticas e tecnológicas das relações entre corpo, tempo e espaço, tanto do artista em cena, como dos objetos ao redor, como ainda do público em geral. ABSTRACT In the live performance the body of the viewer seems to tune into the energy distribution caused by other moving bodies. It can be said that the public dance with the performer, feel the vertigo of motion, balance at the same pace, even without moving the chair. The technical features of video, film or computer instead distort the sense of the actor's effort, often conveying a spontaneous impression in every gesture. The panting, sweat, errors and risks of live performance end up being eliminated after editing. The transformation of live body fluid to the body exposed on the screen passes through a series of mediations and differences that imply a reduction in perception of movement possibilities. The purpose of the round-table is to reflect on the limits and

  15. Consumo de medicamentos por idosos segundo prescrição médica em Jaú-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. Marques

    2009-01-01

    Full Text Available

    Realizou-se este trabalho com o objetivo de conhecer as interações medicamentosas mais freqüentemente ocorridas no consumo de medicamentos por prescrição médica entre os idosos atendidos na rede municipal de saúde de Jaú-SP. Sabe-se que são os idosos que convivem mais freqüentemente com problemas crônicos de saúde, o que os leva a uma maior utilização de serviços de saúde e a um elevado consumo de medicamentos. Na presença de doenças concomitantes e na conseqüente prática da politerapia, aumenta a probabilidade de ocorrência de reações adversas e interações medicamentosas. A população estudada foi de 148 idosos com 65 anos ou mais, que compareceram à farmácia do Núcleo de Gestão Assistencial (NGA-25 da cidade de Jaú, no período de agosto a dezembro de 2004. Os dados foram coletados através da prescrição médica e as variáveis estudadas foram o sexo e a idade. Quanto aos medicamentos foram classificados, segundo a classe farmacológica e as interações medicamentosas.Como resultados observouse que consumo de medicamentos segundo o sexo foi de 3,8 medicamentos entre as mulheres e 3,9 entre os homens. Quanto a idade, o maior consumo foi no grupo de 75 a 84 anos, com 4,2 medicamentos. As classes terapêuticas mais prescritas, em ordem decrescente de ocorrência, foram: anti-hipertensivos, 25,0%, cardioterápicos, 15,5%, diuréticos, e antidiabéticos, 10,7%. Concluiu-se que as classes terapêuticas mais envolvidas com interações foram os cardioterápicos, diuréticos e antihipertensivos. Os princípios ativos mais problemáticos foram digoxina, amiodarona, furosemida, captopril, propranolol e nifedipina. Palavras-chave: Consumo medicamento, prescrição medicamento, idosos, interações medicamentos.

  16. El mercado balcón o segundo mercado como alternativa de participación de las PYMES en el mercado de capitales de Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moisés Quevedo Céspedes

    2015-02-01

    Teniendo como base el informe final del trabajo, presentado por estudiantes de último nivel del programa de Administración de Empresas y de la Especializaciación en Administración Financiera. el cual tuve la oportunidad de dirigir durante dos periodos académicos, presento a consideración de la academia el resultado del estudio sobre el mercado balcón o segundo mercado como alrternativa de participación de las PYMES en el mercado de capitales de Colombia.

  17. Factores relacionados con la deserción en el primer y segundo año de estudio en la carrera de Enseñanza de la Matemática de la Universidad Nacional de Costa Rica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Michelle Pascua-Cantarero

    2016-01-01

    Full Text Available Recibido 21 de mayo de 2014 • Corregido 15 de setiembre de 2015 • Aceptado 3 de noviembre de 2015El presente artículo da a conocer detalles sobresalientes obtenidos al realizar una investigación que tuvo entre sus objetivos determinar los factores relacionados con deserción de estudiantes, quienes ingresaron en los años 2007, 2008, 2009, durante el primer y segundo año del Bachillerato y Licenciatura en Enseñanza de la Matemática (carrera de Enseñanza de la Matemática de la Universidad Nacional de Costa Rica. La citada investigación respondió a un estudio mixto, con una fase cuantitativa de carácter descriptivo y una parte cualitativa con un diseño fenomenológico; su fundamentación teórica se basó en investigaciones sobre deserción universitaria en distintas regiones y la teoría de personas expertas como Tinto y Spady con respecto a las causas de esta problemática. Para  el  análisis de la información se empleó una base de datos proporcionada por el Departamento de Registro de la UNA y una entrevista telefónica semi-estructurada aplicada a estudiantes que desertaron de la carrera en forma definitiva. La población en la fase cuantitativa estuvo constituida por la totalidad de participantes que ingresaron en los años 2007, 2008 y 2009 y que desertaron en el primer y segundo año de la carrera. El grupo en estudio para la etapa cualitativa estuvo compuesto por quince informantes pertenecientes a las diferentes cohortes 2007, 2008 y 2009 y quienes desertaron en el primer y segundo año de la carrera. Los resultados mostraron que el fenómeno de  deserción en el primer año tuvo factores similares a la que se produjo en el segundo año de la carrera de Enseñanza de la Matemática. Las conclusiones indican que entre los diversos factores relacionados con la deserción en el primer y segundo año de las cohortes 2007, 2008 y 2009 sobresalieron las expectativas no satisfechas y la falta de integración académica y

  18. El Concepto de Límite como Indicador de la Maduración de la Lógica Hegeliana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Mattana

    2017-02-01

    Full Text Available El presente texto expone una confrontación entre tres autores fundamentales del idealismo alemán (Kant, Fichte y Hegel sobre un tema de vital importancia tanto para las propuestas de estos autores como para el actual debate filosófico: el concepto de límite. Este problema atraviesa la filosofía alemana de los siglos XVIII y XIX y encuentra en Hegel una elaboración particularmente interesante. Nos ocuparemos por lo tanto de la figura del límite en la Ciencia de la Lógica, donde en pocas y densas páginas, Hegel invierte la dinámica kantiana del límite y también trasfigura la aportación fichteana. Si bien la posición hegeliana resulta en nuestra opinión más interesante, recorrer las problemáticas de Kant y Fichte resulta imprescindible para demostrar el contexto y los desafíos filosóficos a los que Hegel se enfrentaba. El problema del límite, por tanto, se articula en el de la construcción de la identidad, ya que, como vemos en el mismo Kant, el límite implica siempre un sujeto con el que él se relaciona. Justamente es la problematicidad del sujeto en Kant que causa un límite excluyente: un límite que divide las facultades del sujeto sin tener claro lo que es el sujeto. Ya Fichte invierte este punto, a través de la autoposición del sujeto como acción de hecho, dando lugar mediante el límite a la determinidad. Pero es Hegel quien revela cómo el límite tiene un gran potencial a la hora de elaborar el concepto de identidad, trasfigurando las identidades fijas y dando lugar a otras nuevas. Hegel, además de dar un importante giro al problema del límite dentro del idealismo alemán, nos muestra cómo el límite, incluso para la filosofía política, puede constituir un dispositivo teórico esencial para comprender las realidades complejas y entramadas que pueblan nuestro mundo global actual.

  19. Estrategia Didáctica Lúdica basada en el Computador para Enseñanza de Polinomios en Segundo Año de Educación Básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Celeste Urbano

    2011-10-01

    Full Text Available El computador como herramienta de cálculo en la aplicación de las técnicas de análisis numérico para encontrar posibles soluciones al uso de recursos computarizados. El objetivo de la presente investigación fue desarrollar estrategias didácticas basadas en el uso del computador para la enseñanza de los polinomios en el segundo año de Educación Básica.

  20. A metafisica Cosmológico/Soteriológica Dualista Maniqueista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Roberto Nunes Costa

    2010-10-01

    Full Text Available Fundado na Ásia, no seculo III, por Mani, o maniqueismo se constituia, do ponto de vista doutrinal, numa gnose que misturava principios das seitas/religioes orientais, especialmente do Zoroastrismo e do Budismo, da Filosofia Grego-Romana e do Cristianismo. Sua tese fundamental consistia na afirmacao de dois principios ontol6gicos do mundo: o bem ou a Luz, representado no sol, e o Mal ou as Trevas, personificado na materia. Desse dualismo ontológico nascia uma cosmologia/soteriologia que apresentava a história da salvaçáo do mundo em três tempos: o primeiro, inicial, engloba as origens cósmicas dos dois principios e seus primeiros afrontamentos. O segundo, medio, eo tempo da mistura entre os dois Reinos, que se caracteriza pela queda de uma parte da Luz na materia, bern como, e 0 tempo da criacao dos seres no universo. Enfim, o terceiro, final, marca a libertacao de todas as particulas da Luz imbricadas na materia, com o retorno da Luz ao reino do Pai e a queda definitiva da materia no inferno.

  1. A Profilaxia do Silêncio: Nietzsche e a Virtude da Vita Contemplativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jelson Roberto Oliveira

    2011-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2011v10n1p133 Pretende-se mostrar como o tema do silêncio, apresentado como parte do projeto nietzscheano de revitalização da vita contemplativa, adquire importância no chamado segundo período de sua produção, ligado àquela que poderia ser considerada a primeira e mais contundente das virtudes humanas apontadas por Nietzsche: o cultivo de si. Nesse sentido, trata-se de uma noção requisitada como parte do projeto crítico da modernidade implementado pelo filósofo alemão, cujo ponto de partida é uma revisão da própria tarefa da filosofia, conduzindo a uma crítica radical da moralidade vigente, da hipertrofia da racionalidade e da importância da linguagem. O silêncio, associado à solidão, aparece como uma profilaxia e radical aprofundamento em relação à anulação de si no arrulho da multidão moderna.

  2. 存在と無、普遍的人間(オム)と理性

    OpenAIRE

    嶋田, 義仁; SHIMADA, Yoshihito

    2015-01-01

    Sein und Zeit is a phenomenological ontology thinking about existential mind experiences, different from the transcendental philosophy guided with a purely reflexive thinking. Its far ancestor is Hegelian Phenomenology of Spirit. Hegel tried to restore the totality of human mind sharpened into reason by Kant. Absolute spirit is the highest for him and philosophy is almost over religion, while in Kant's philosophy reason stayed on the domain of human capacity. In this sense, Hegel was atheist....

  3. DIÁLOGO CON SIMONE DE BEAUVOIR: EL SEGUNDO SEXO (I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leybiz González González

    2015-06-01

    Full Text Available El presente artículo refl exiona sobre una de las obras cumbres del pensamiento feminista: El segundo sexo. Los hechos y los mitos (Vol. I, así como sobre algunos de sus principales supuestos y aportes a la contemporaneidad. El recorrido a realizar abarca desde su concepción de la alteridad, la crítica a la biología, el psicoanálisis y el materialismo; la evolución histórica de las mujeres hasta la interconexión con el presente siglo. Sus páginas cuestionan, develan y denuncian con exquisita maestría el papel asignado a las mujeres en la sociedad, y con ello, la infl uencia de los valores culturales en la “construcción” de lo femenino. Sus luces han posibilitado un salto cualitativo en el análisis, visión y perspectivas en el estudio y comprensión ética y política de las mujeres, como también de su camino hacia la liberación. AbstractThis research focuses on one of the fi nest works of feminist thought, The second sex. Facts and myths (Vol. I, as well as some of its key assumptions and inputs to the contemporary. The tour begins from conception of otherness, the critique to the biology, psychoanalysis, materialism and the historical evolution of women up to the connection with the present century. Its pages question, reveal, denounce, with exquisite skill, the role assigned to the women in society, and thus, the infl uence of cultural values in the “construction” of the feminine. Their influence enabled a quantum leap in the analysis, insight and perspective in the study and understanding of female ethics and politics, as well as its path to liberation.

  4. El mercado balcón o segundo mercado como alternativa de participación de las PYMES en el mercado de capitales de Colombia

    OpenAIRE

    Moisés Quevedo Céspedes

    2015-01-01

    RESUMEN Teniendo como base el informe final del trabajo, presentado por estudiantes de último nivel del programa de Administración de Empresas y de la Especializaciación en Administración Financiera. el cual tuve la oportunidad de dirigir durante dos periodos académicos, presento a consideración de la academia el resultado del estudio sobre el mercado balcón o segundo mercado como alrternativa de participación de las PYMES en el mercado de capitales de Colombia.

  5. Cutaneous protothecosis: report of the second Brazilian case Prototecose cutânea: registro do segundo caso brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivonise FOLLADOR

    2001-10-01

    Full Text Available The present report describes a case of cutaneous protothecosis caused by Prototheca wickerhamii in a non-immunocompromised female from the state of Bahia, Brazil. This is the second case described in Brazil. Dermatological examination revealed diffusely infiltrated erythematous plaques on the flexor aspect of the right arm and forearm. The authors emphasize the pathological aspects that can lead to misdiagnosis this condition. The patient was successfully treated with fluconazole.O presente relato descreve um caso de prototecose cutânea causada por Prototheca wickerhamii em uma mulher não imunodeprimida do estado da Bahia, Brasil. Este é o segundo caso descrito no Brasil. O exame dermatológico revelou placas eritematosas infiltradas na superfície flexora do braço e antebraço direitos. Os autores enfatizam os aspectos anatomopatológicos que podem levar a erro diagnóstico. A paciente foi tratada com sucesso com fluconazole.

  6. Newspaper design – processes, routines and product: a study of Segundo Caderno, the Zero Hora cultural supplement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Lopes Damasceno

    2014-06-01

    Full Text Available The article discusses the graphic design of Segundo Caderno supplement  from the newspaper Zero Hora (ZH. The study identifies and analyses witch graphical elements e what compositional strategies are used by the periodic, verifying how these area articulated with the editorial process and the values of the journalistic field. The methodological procedures utilized were bibliographical research; qualitative and quantitative evaluation of a corpus composed by 24 editions of the months of June, August, September and October of 2011; observation of the productive routines; and non-structured interviews with five professionals of this supplement. The results showed that journalism possesses a strong e consolidated work culture, and that its constraints guide the design practice in this context. It was also observed that the ignorance of the reader's profile by the journalists, the mismatch between the possibility of advanced planning in virtue of the connection with the events agenda and the restricted use of visual resources, highlighting by a significant number of released photos.

  7. Newspaper design – processes, routines and product: a study of Segundo Caderno, cultural supplement from Zero Hora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Gruszynski

    2014-06-01

    Full Text Available The article discusses the graphic design of Segundo Caderno supplement  from the newspaper Zero Hora (ZH. The study identifies and analyses witch graphical elements e what compositional strategies are used by the periodic, verifying how these area articulated with the editorial process and the values of the journalistic field. The methodological procedures utilized were bibliographical research; qualitative and quantitative evaluation of a corpus composed by 24 editions of the months of June, August, September and October of 2011; observation of the productive routines; and non-structured interviews with five professionals of this supplement. The results showed that journalism possesses a strong e consolidated work culture, and that its constraints guide the design practice in this context. It was also observed that the ignorance of the reader's profile by the journalists, the mismatch between the possibility of advanced planning in virtue of the connection with the events agenda and the restricted use of visual resources, highlighting by a significant number of released photos.

  8. Carcinoma de Meibômio como segundo tumor em portadores de retinobastoma: relato de dois casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Narikawa

    2011-10-01

    Full Text Available O retinoblastoma pode acometer um ou os dois olhos, ocorrendo de forma hereditária ou esporádica. O portador dessa doença pode desenvolver, a longo prazo, outros tipos de tumores não oculares. Relatamos dois pacientes: o filho, portador de cavidade anoftálmica bilateral após remoção dos olhos devido ao retinoblastoma, que apresentou segundo tumor palpebral unilateral, afetando a pálpebra superior; e o pai, portador de cavidade anoftálmica unilateral também por remoção de retinoblastoma e que apresentou tumoração de crescimento rápido na pálpebra superior ipsilateral ao olho enucleado. O exame imuno-histoquímico de ambas as lesões excisadas revelou que se tratava de carcinoma de glândulas sebáceas. Os pacientes evoluíram bem após a remoção do tumor palpebral e, até o momento, não apresentam sinais de recidiva ou metástase.

  9. Lycalopex culpaeus reissii, el segundo cánido más grande de Sudamérica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domenica Garzón

    2017-08-01

    Full Text Available Lycalopex culpaeus reissii es una subespecie del Lycalopex Culpaeus perteneciente a la familia Canidae. El culpaeus es el segundo cánido más grande de América del Sur. En Ecuador, se localiza principalmente en los páramos, estepas y bosques como los de la reserva Antisana y en el Bosque Jerusalén. Es un animal tímido y solitario que se distingue por su pelaje rojizo, y su cráneo prolongado. Suele mantener una pareja estable para la reproducción y cuidado de las crías. Su alimentación es muy variada pero principalmente se constituye de mamíferos más pequeños. Actualmente, sus principales amenazas son el ser humano, esencialmente porque se considera que este lobo es perjudicial para el ganado, y la depredación por perros domésticos y salvajes, así como su adquisición de enfermedades parasitarias. Además, las investigaciones centradas en esta subespecie son escasas en el país.

  10. Desempeño docente en el rendimiento académico de los estudiantes del segundo grado de la Red N° 16- UGEL 02, 2014

    OpenAIRE

    Zeballos Pinto, Lucio Yones

    2015-01-01

    El objetivo de la Investigación fue determinar la influencia que generan el desempeño docente en el rendimiento académico de los estudiantes del segundo grado de la Red N° 16- UGEL 02, 2014; en ella se procedió a evaluar el desempeño docente, la forma como se conducen los estudiantes, así como determinar el nivel de rendimiento académico. Dicho estudio empleo el tipo de investigación sustantiva descriptiva correlacional causal con un diseño no experimental transversal descri...

  11. Percepções sobre necessidades de saúde na Atenção Básica segundo usuários de um serviço de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Alexandre de Moraes

    2011-03-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa de caráter exploratório, com o objetivo de conhecer o conceito de necessidades de saúde, segundo a percepção de usuários de um serviço de saúde do interior paulista. Realizou-se 15 entrevistas, por meio de roteiro semi-estruturado, em janeiro de 2009. A leitura exaustiva das entrevistas permitiu a apreensão de elementos constitutivos das categorias, definidas a priori, segundo a Taxonomia das Necessidades de Saúde. Identificou-se que os usuários perceberam-se como detentores de necessidades; o contexto social pode apresentar forte influência na sua saúde, verificando-se que a autonomia na tomada de decisões é uma necessidade. Quanto ao vínculo, percebe-se que está intimamente ligado às necessidades de autonomia/autocuidado, pois de certo modo é reforçando a relação de confiança que será possível fortalecer os potenciais para o enfrentamento do processo saúde-doença. Conclui-se que existe a necessidade de instrumentos que auxiliem o profissional da área da Saúde Coletiva a identificar as necessidades de saúde dos usuários.

  12. Melhoria de processos com recurso a ferramentas Lean : um caso prático numa indústria de calçado

    OpenAIRE

    Ramos, Patrícia Maria da Silva

    2015-01-01

    Nos dias de hoje as indústrias recorrem cada vez mais à filosofia lean, para atingir níveis de produtividade excelentes. Esta filosofia permite a uma empresa otimizar os seus recursos e eliminar ou minimizar desperdícios. A ergonomia é um fator importante nesta filosofia, uma vez que os recursos humanos são um fator chave na busca da melhoria contínua. O presente trabalho incide sobre a implementação de ferramentas lean com o objetivo de aumentar a eficiência e reduzir desperdícios no proc...

  13. Yin-Yang Balancing

    DEFF Research Database (Denmark)

    Li, Peter Ping

    The potential contribution of the Eastern frame of Yin-Yang Balancing lies in the mindset of "either/and", in contrast to Aristotle's either/or logic and Hegel's "both/or". Implications of this either/and thinking for science and management will be explored.......The potential contribution of the Eastern frame of Yin-Yang Balancing lies in the mindset of "either/and", in contrast to Aristotle's either/or logic and Hegel's "both/or". Implications of this either/and thinking for science and management will be explored....

  14. “The Journey” as an Expression of Mysticism in Sergio Fernández’s Segundo Sueño

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Ramos Aguilar

    2015-02-01

    Full Text Available In this article the relationship which can be established between the dreamsof Anabasis in sor Juana Inés de la Cruz’s poem, Primero sueño and the novelby Sergio Fernández, Segundo sueño, is analized in a concordance where the soul during its journey through the supra lunar spheres, or in the transmutation of natural elements —rain, snow and mud—, experiences the mystery of itsencounter with the divine as a process of initiation.In the poem, the pursuit of higher knowledge is a trap; in the novel, the crossroads is found in the transgressive eroticism. These two trips of anabasis,the first and the second dream, translate the wink announcing the succession ina fall. In both cases, the excess of the soul, a tragic hero mask, melts the wingsof Icarus and conduces to the death of Phaeton, the death of the inexperienced charioteer of the divine chariot.

  15. O desenvolvimento de competências para a docência segundo a vivência de docentes de um curso de graduação em enfermagem.

    OpenAIRE

    Inahiá Pinhel

    2006-01-01

    Este estudo versa sobre o desenvolvimento de competências para a docência segundo a vivência de docentes de um curso de graduação em enfermagem. Busca conhecer quando e como docentes de um curso de graduação de Enfermagem desenvolvem competências para a docência; identificar os conhecimentos e as habilidades desenvolvidas pelos docentes na construção de competências para o ensino de Enfermagem e identificar como intervir nesse processo, por meio da reflexão sobre a profissão docente. Realizad...

  16. Hegel’s justification of the human right to non-domination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Westphal Kenneth R.

    2017-01-01

    Full Text Available ‘Hegel’ and ‘human rights’ are rarely conjoined, and the designation ‘human rights’ appears rarely in his works. Indeed, Hegel has been criticised for omitting civil and political rights all together. My surmise is that readers have looked for a modern Decalogue, and have neglected how Hegel justifies his views, and hence just what views he does justify. Philip Pettit (1997 has refocused attention on republican liberty. Hegel and I agree with Pettit that republican liberty is a supremely important value, but appealing to its value, or justifying it by appeal to reflective equilibrium, are insufficient both in theory and in practice. By reconstructing Kant’s Critical methodology and explicating the social character of rational justification in non-formal domains, Hegel shows that the republican right to non-domination is constitutive of the equally republican right to justification (Forst 2007 - both of which are necessary requirements for sufficient rational justification in all non-formal domains, including both claims to rights or imputations of duties or responsibilities. That is the direct moral, political and juridical implication of Hegel’s analysis of mutual recognition, and its fundamental, constitutive role in rational justification. Specific corollaries to the fundamental republican right to non-domination must be determined by considering what forms of illicit domination are possible or probable within any specific society, in view of its social, political and economic structures and functioning.

  17. Estilo de aprendizaje predominante en los estudiantes del segundo año de Ingeniería Forestal de la Universidad de Guantánamo

    OpenAIRE

    Yonni Piorno-Ruiz

    2017-01-01

    El artículo parte del modelo de Kolb sobre los estilos de aprendizaje, y utiliza el cuestionario Honey-Alonso para identificar el estilo que predomina en los estudiantes del segundo año de la carrera Ingeniería Forestal de la Universidad de Guantánamo, Cuba. En el análisis de los datos primarios se utilizaron técnicas de la estadística descriptiva e inferencial; así como el paquete de programas de cómputo SPSS versión 21. El trabajo estadístico realizado reveló una tendencia hacia el predomi...

  18. Classificação de pacientes atendidos em uma unidade de hemodinâmica segundo o grau de dependência dos cuidados de enfermagem

    OpenAIRE

    Hammermüller, Aline; Silva, Eneida Rejane Rabelo da; Goldmeier, Sílvia; Azzolin, Karina de Oliveira

    2008-01-01

    Objetivo: Classificar pacientes em uma unidade de hemodinâmica segundo o grau de dependência dos cuidados de enfermagem. Métodos: Estudo transversal, realizado em junho/2005 na hemodinâmica de um hospital universitário. A coleta de dados foi na primeira hora pós-procedimento, com o instrumento de classificação de pacientes de Perroca. Resultados: Dos 164 pacientes, 52% eram do sexo feminino, com média de idade de 60 ± 14,8 anos. O escore médio da classificação foi de 31,9 ± 4,8 pontos, catego...

  19. NEWSPAPER DESIGN – PROCESSES, ROUTINES AND PRODUCT: A STUDY OF SEGUNDO CADERNO, THE ZERO HORA CULTURAL SUPPLEMENT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Lopes Damasceno

    2014-06-01

    Full Text Available The article discusses the graphic design of Segundo Caderno supplement  from the newspaper Zero Hora (ZH. The study identifies and analyses witch graphical elements e what compositional strategies are used by the periodic, verifying how these area articulated with the editorial process and the values of the journalistic field. The methodological procedures utilized were bibliographical research; qualitative and quantitative evaluation of a corpus composed by 24 editions of the months of June, August, September and October of 2011; observation of the productive routines; and non-structured interviews with five professionals of this supplement. The results showed that journalism possesses a strong e consolidated work culture, and that its constraints guide the design practice in this context. It was also observed that the ignorance of the reader's profile by the journalists, the mismatch between the possibility of advanced planning in virtue of the connection with the events agenda and the restricted use of visual resources, highlighting by a significant number of released photos. 

  20. Judaísmo y la cuestión de la Guerra al final del segundo templo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Vidal Manzanares

    1994-01-01

    Full Text Available En buena medida puede decirse que el período que, convencionalmente, se conoce como Segundo Templo se halla enmarcado entre dos guerras. Su punto de arranque lo constituye el final del destierro babilónico vinculado al conflicto bélico contra Nabucodonosor II; su punto de conclusión se encuentra en la guerra contra Roma iniciada en el 66 d. de C. En el curso de esta última, Israel desaparecería como entidad política semi-independiente, el Templo de Jerusalén sería arrasado y la nación se vería sumida en un marasmo de consecuencias difícilmente exagerables. Lejos, por lo tanto, de tratarse de un fenómeno abordable desde una perspectiva meramente especulativa, la guerra constituyó una realidad palpable y una referencia constante en este marco cronológico, especialmente en su tramo final. No sólo eso. De las respuestas que se dieron a esta coyuntura dependió, de manera directa, no sólo el desarrollo ulterior de la política en Eretz Israel, sino, muy especialmente, el futuro del judaismo y del cristianismo.

  1. Causas de mortalidade materna segundo níveis de complexidade hospitalar Causes of maternal mortality according to levels of hospital complexity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar e analisar as causas da mortalidade materna, segundo os níveis de complexidade hospitalar. MÉTODOS: Estudo quantitativo, descritivo e de corte transversal das mortes maternas hospitalares ocorridas no Paraná, Brasil, nos triênios de 2005 - 2007 e 2008 - 2010. Foram utilizados dados dos estudos de casos de óbitos maternos, que foram elaborados pelo Comitê Estadual de Prevenção da Mortalidade Materna. As variáveis estudadas foram o local e as causas dos óbitos, a transferência hospitalar e a evitabilidade. Foram calculadas a razão de mortalidade materna, a proporção e a taxa de letalidade hospitalar, segundo os subgrupos hospitais de referência para gestações de alto e baixo risco. RESULTADOS: A razão de mortalidade materna, incluindo os óbitos maternos tardios, foi 65,9/100.000 nascidos vivos (de 2008 a 2010. O local do óbito foi o hospital em cerca de 90% dos casos, em ambos os períodos. No primeiro triênio, nos hospitais de referência para gestação de alto risco, a taxa de letalidade hospitalar foi de 158,4/100.000 partos e, no segundo, 132,5/100.000 e as principais causas foram: pré-eclampsia/eclampsia, infecção urinária, infecção puerperal e causas indiretas. Nos hospitais de referência para gestação de baixo risco, as taxas de letalidade hospitalar foram: 76,2/100.000 e 80,0/100.000, e como principais causas: hemorragias, embolias e complicações anestésicas. Em 64 (2005 - 2007 e 71% (2008 - 2010 dos casos, o óbito ocorreu no hospital do internamento inicial. Foram considerados evitáveis 90% dos óbitos no segundo triênio. CONCLUSÕES: Há dificuldades no atendimento das complicações obstétricas em ambos os níveis de atenção de baixa e alta complexidade. A capacitação dos profissionais para o atendimento às emergências obstétricas e o monitoramento do uso dos protocolos em todos os níveis hospitalares deve ser priorizada para a redução das mortes maternas evit

  2. O ponto de vista religioso de Wittgenstein

    OpenAIRE

    Mandeli, Alison Vander

    2016-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2016. O ponto de partida desta tese é a frase "Eu não sou um homem religioso, mas não consigo deixar de ver todo problema a partir de um ponto de vista religioso" (frase-W) dita por Wittgenstein em uma conversa com o amigo e ex-aluno Maurice Drury. Nosso objetivo é apresentar uma interpretação que articule a frase-W com a filosofia de Wit...

  3. Possibilidades e linhas de fuga: a invenção de escolas outras no dia a dia – Uma entrevista com Silvio Donizetti de Oliveira Gallo

    OpenAIRE

    Dóris Maria Luzzardi Fiss

    2016-01-01

    Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986), mestrado em Educação (1990), doutorado em Educação (1993) e livre docência em Filosofia da Educação (2009), todos pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é Professor Associado III (MS-5.3) da Universidade Estadual de Campinas. Desde 2007 é bolsista produtividade do CNPq.Membro de diversas associações científicas do campo da Filosofia da Educação no Brasil e no exterior, no biênio 2014-2016 é Pre...

  4. Boécio e o problema dos futuros contingentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William de Siqueira Piauí

    2010-09-01

    Full Text Available Esse artigo representa nossa crença de que é possível introduzir o pensamento de Boécio a partir de um dos problemas mais recorrentes da filosofia, o problema dos futuros contingentes, explicitando, a partir daquela problemática é claro, quais as ligações mais fundamentais entre três de suas obras, seus dois comentários ao De Interpretatione de Aristóteles e sua Consolaçáo da Filosofia, e, de forma bastante resumida evidentemente, como o alcance do pensamento contido nessas obras chega até pelo menos a filosofia kantiana.

  5. Religiøsitet i livsformen

    DEFF Research Database (Denmark)

    Brock, Steen

    2006-01-01

    Artiklen argumenterer for at mange opfattelser af religiøsitet reducerer fænomenet til en slags moralitet. Med Wittgensteins filosofi som modeksempel, og i lyset af en modstilling mellem Hegel og Kierkegaards opfattelse af religiøsitet, betones religiøsitetens radikale karakter.......Artiklen argumenterer for at mange opfattelser af religiøsitet reducerer fænomenet til en slags moralitet. Med Wittgensteins filosofi som modeksempel, og i lyset af en modstilling mellem Hegel og Kierkegaards opfattelse af religiøsitet, betones religiøsitetens radikale karakter....

  6. Segundo Catálogo Estelar del Hemisferio Sur con Astrolabio Fotoeléctrico PAII

    Science.gov (United States)

    Manrique, W. T.; Podestá, R. C.; Alonso, E.; Actis, E. V.; Pacheco, A. M.; Bustos, G.; Lizhi, L.; Zezhi, W.; Fanmiao, Z.; Hongqi, W.; Perdomo, R.

    Recordamos que entre el Observatorio Astronómico ``Félix Aguilar'', el Observatorio Astronómico de Beijing y el Observatorio Astronómico de La Plata, se ha convenido en desarrollar un Proyecto de Investigación conjunto, para la observación sistemática de estrellas en el Hemisferio Sur, con el objeto de la elaboración de un Catálogo Estelar Global utilizando un Astrolabio Fotoeléctrico PAII del Observatorio de Beijing, que ha sido usado con éxito en la República de China. En este trabajo se presenta el Segundo Catálogo Estelar del Hemisferio Sur, derivado de las observaciones realizadas con el PAII instalado en el OAFA, durante el períiodo Febrero de 1992 a Marzo de 1997. En este lapso se han observado mas de 400000 pasajes estelares, obteniéndose las correcciones Δ α y Δ δ de 5241 estrellas del FK4, FK5, FK5 Ext., SRS, CAMC y GC. Las precisiones medias son del orden de ± 3,2 ms en ascensión recta y ±0."057 en declinación. Rango de magnitudes : 2,0 a 11,5 Rango de declinaciones : -3o a -60o Epoca Media : 1994.9 Se analizan los residuos en función de la magnitud y tipo espectral, correcciones de grupo y frecuencia de distribución Δ α y Δ δ.

  7. La representación del tiempo histórico en los libros de texto de primero y segundo de la enseñanza secundaria obligatoria

    OpenAIRE

    Blanco Rebollo, Ángel

    2008-01-01

    El artículo es un resumen de la tesis doctoral realizada por Ángel Blanco y dirigida por Joaquim Prats, titulada «La representación del tiempo histórico en los libros de texto de primero y segundo de la enseñanza secundaria obligatoria». El objetivo principal de la investigación ha sido la observación de las formas y los mecanismos de transmisión utilizados por los manuales para representar del tiempo histórico. Para ello, se han seleccionado ocho libros de ciencias sociales de primero y segu...

  8. A força coercitiva: um instrumento a serviço da pax temporalis na civitas, segundo santo Agostinho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa, Marcos Roberto Nunes

    2006-01-01

    Full Text Available Baseado no princípio ontológico da vera justitia, ou da "divina ordem", segundo a qual é justo que se "subordinem as coisas somente às dignas, as corporais às espirituais, as inferiores às superiores, as temporais às sempiternas" (Ep. , 140, o que resulta, na prática, na subordinação dos governados aos governantes, Agostinho introduz em sua doutrina ético-política o conceito de força coercitiva, como instrumento prático garantidor da ordinata concordia ou pax temporalis, na civitas, de forma que, punido pelo reto castigo, o pecador possa retornar à ordem e assim alcançar a vida eterna. Em Agostinho, todas as formas de castigos por ele admitidos não têm caráter de perseguição, vingança ou sadismo, mas de correção e reintegração do pecador na ordem, por isso devem ser guiados pela caridade

  9. Rede social de apoio ao desenvolvimento infantil segundo a equipe de saúde da família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Dezoti

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as redes sociais de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil na perspectiva da equipe Estratégia Saúde da Família. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa descritiva. Foram sujeitos doze profissionais de saúde, sendo três de cada categoria profissional: enfermeiro, médico, auxiliar de enfermagem e agente comunitário de saúde que atuam nas unidades de saúde do estudo. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada e analisados segundo análise categorial temática. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram três categorias empíricas: Elementos da rede social de apoio; Funções de apoio às famílias; Dificuldades e lacunas na rede social de apoio às famílias. CONCLUSÃO: Considera-se que as redes sociais têm importante papel na vinculação das famílias, fortalecendo seu potencial para o desenvolvimento infantil saudável. Recomenda-se que os profissionais de saúde articulem ações que possam influenciar esses elementos de maneira que promovam o desenvolvimento infantil adequado.

  10. Nomes próprios gerais no contexto da semântica de J. S. Mill General proper names in the context of Stuart Mill´s semantic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcio Lourenço Prado

    2005-01-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta argumentos em defesa da hipótese de que nomes próprios gerais são impossíveis no contexto da filosofia geral de Stuart Mill. Minha tese é contrária à posição de John Skorupski sobre esta questão. Ofereço dois argumentos que representam, respectivamente, duas diferentes perspectivas: pragmático e sistemático. No primeiro, analiso o problema dos nomes próprios gerais no contexto da linguagem natural. No segundo, discuto o problema no contexto interno do Sistema de Lógica de Mill.This paper presents arguments in defense of the hypothesis that general proprer names are impossible in the context of Stuart Mill's philosophy of language. My thesis is contrary to John Skorupski's position to this subject. I offer two arguments related, respectively, to two different perspectives: the pragmatic and the systematic. In the first one I analyze the problem of general proper names in the context of natural language. In the second one I discuss this problem in the inner context of Mill's System of logic.

  11. Persistencia de las ideas previas sobre potencial eléctrico, intensidad de corriente y ley de Ohm en los estudiantes de segundo curso de Ingeniería

    OpenAIRE

    Periago Oliver, María Cristina; Bohigas Janoher, Xavier

    2005-01-01

    El objetivo del trabajo que se presenta es la evaluación y el análisis de los conocimientos previos sobre los contenidos conceptuales de Teoría de circuitos que tienen los alumnos de segundo curso de Ingeniería Industrial e Ingeniería Química, con la finalidad de detectar la persistencia de estos conocimientos desde niveles educativos anteriores. Concretamente, nos hemos centrado en los conceptos básicos de potencial eléctrico e intensidad de la corriente, así como la relación fundamental ent...

  12. O ensino e a pesquisa em história da educação brasileira na cadeira de Filosofia e História da Educação (1933-1962 - The teaching and the research on the history of the brazilian education in the subjects of Philosophy and History of Education (1933-1962

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Bontempi Júnior

    2011-04-01

    Full Text Available Resumo Este artigo apresenta a trajetória da cadeira de Filosofia e História da Educação, desde a sua constituição em 1933 até 1962, quando, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, o professor Laerte Ramos de Carvalho deu início às primeiras pesquisas acadêmicas em história da educação. Explora fatores "internos" e "externos" da história das disciplinas, tais como os perfis institucionais, as prescrições curriculares, as disputas ocorridas no mundo acadêmico e as relações entre as "disciplinas vizinhas", a fim de tecer uma rede de personagens e acontecimentos que confira à disciplina a sua "identidade histórica". Palavras-chave: história das disciplinas, filosofia e história da educação, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   THE TEACHING AND THE RESEARCH ON THE HISTORY OF THE BRAZILIAN EDUCATION IN THE SUBJECTS OF PHILOSOPHY AND HISTORY OF EDUACTION (1933-1962 Abstract This article presents the trajectory of the Cathedra of Philosophy and History of Education, since its constitution in 1933, until 1962, when, at the College of Philosophy, Sciences and Literature of the University of São Paulo, the professor Laerte Ramos de Carvalho commenced the very first academic researches on history of education. The article explores both "internal" and "external" factors in the history of disciplines, such as institutional profiles, prescriptions of the curriculum, struggles occurred in the academic world, and relationships between "neighbouring disciplines", in order to weave a net, made by characters and facts, that gives to the discipline its "historical identity". Keywords: history of disciplines, Philosophy and History of Education, Roldão Lopes de Barros, Laerte Ramos de Carvalho.   LA ENSEÑANZA Y LA INVESTIGACIÓN EN HISTORIA DE LA EDUCACIÓN BRASILEÑA EN LA CÁTEDRA DE FILOSOFÍA Y HISTORIA DE LA EDUCACIÓN (1933- 1962 Resumen Este artículo presenta el camino de la c

  13. P. RICOEUR: UN’ANTROPOLOGIA CHE NON ESCLUDE IL FONDAMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Attilio Danese

    2013-08-01

    Full Text Available A filosofia de Paul Ricoeur estáligada a uma exigência filosofica de não exclusão das inquietações que dizem respeito ao sentido do agir e do viver, demonstrando o laço indissolúvel entre antropologia, filosofia e busca das verdades últimas que dão sentido ao viver.

  14. Santo Tomás y los demás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Rincón

    1988-10-01

    Full Text Available La filosofia del medioevo. VIII Coloquio de la Sociedad Colombiana de Filosofia. J.A. Díaz, J.P. Margot, A.L. Gómez, E. Lákatos, A. Cárdenas, G. Soto, D. Herrera, A. Papacchini, J. Zabalza. Biblioteca Colombiana de Filosofía, Universidad de Santo Tomás, Bogotá, 1987, 138 págs.

  15. ESPERA E ESPELHO: Um Ensaio Trivial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prof. Dr. Manuel Curado

    2016-08-01

    Full Text Available O problema da determinação da ação humana ocupou a filosofia durante séculos. O presente ensaio procura contribuir para esse debate através da proposta de duas teses filosóficas. A primeira tese defende que toda a ação humana se organiza numa estrutura de espera de algo que determine a consciência. Toda a iniciativa e todo o ato voluntário dependem de algo que surge no fluxo de consciência. Neste sentido, o sujeito parece ser visitado do exterior por algo que irá iniciar o comportamento. Em defesa desta tese apresentam-se relatos fenomenológicos do processo de decisão, registos históricos de eventos mentais como visitações, representações literárias e teorias filosóficas do tempo. Em particular, mostra-se que as teorias sobre a dimensão corpuscular ou granular do tempo e do fluxo da consciência são especialmente relevantes para a explicação da capacidade de atuação dos seres humanos. Em complemento, propõe-se um inventário dos grandes temas que organizam a ação. Trabalham-se conteúdos culturais ligados às universidades, à internet e à literatura. Defende-se uma segunda tese filosófica segundo a qual os seres humanos só se interessam maioritariamente por si mesmos. O ensaio termina com a defesa da ideia de que a filosofia, a ciência e a religião não têm meios racionais para explicar a atuação humana, restando apenas a abordagem sapiencial. As várias linhas de pensamento deste ensaio são unificadas pela ideia de que a trivialidade da vida humana esconde problemas intelectuais dignos de investigação. Palavras-chave: determinação do comportamento; autodeterminação; Bestimmung; Selbsbestimmung; sobretons psíquicos; teoria granular da consciência; fenomenologia da ação.

  16. Análise cinemática da marcha de pessoas com paralisia cerebral, classificadas segundo critérios do Comitê Paralímpico Internacional modalidade Atletismo

    OpenAIRE

    Rodrigues, Janaina de Oliveira

    2013-01-01

    Estudos referentes à análise da marcha correlacionada ao desporto paralímpico como na modalidade atletismo são escassos. Neste cenário, o objetivo do presente estudo foi determinar quantificar e comparar as alterações cinemáticas de parâmetros lineares e angulares da marcha humana, entre grupos com paralisia cerebral, classificados segundo critérios do Comite Paralimpico Internacional, em classes: T35 diplégicos, T36 atetóides e atáxicos e T37 hemiplégicos. Foram realizadas medidas de variáve...

  17. L’etica degli altri. Violenza e riconoscimento nelle relazioni di cura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gianluca Giachery

    2012-12-01

    Full Text Available - The Others Ethics. Violence and Recognition in Healths relationships - The theme of recognition is central in the development of the educational relationship. It involves those social and health practices which – based on normativity, keep the bond between the individual and collectivity going. Starting from Hegel, intersubjectivity is unveiled in its double adaptive and conflictual function, setting out the problematic relation – already delineated by Kant, between autonomy and heteronomy.The essay referring to Hegel as well as to experts in contemporaneity such as Kojève, Foucault, Habermas and Honneth, analyses the different facets through which, in the health practices, the fabric of educational dialectic is woven.

  18. Søren Kierkegaard og blikkets koder

    DEFF Research Database (Denmark)

    Linnet, Ragni

    this in the work of the landscape painter J.L. Lundbye. Lundbye was keenly interested in Kierkegaard, which can be traced in the formal qualities of some of his paintings. The thesis also shows that Søren Kierkegaard has an independent and systematic pictorial theory that is based on such aspects as close...... kinship to music (and time as time) are screened off. Hegel's thesis of 'an art after art', i.e. the death of the idealistic, beautiful work and its resurrection in a prosaic pictorial expression in which the formal qualities are at the centre, is not incorporated in the Danish reception, so that Hegel...

  19. Retórica de influência social e negociação, segundo poder/reconhecimento na sociedade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Alves de Souza Filho

    2014-04-01

    Full Text Available Estudamos o modo de negociar a pressão provocada por personagens considerados mais ou menos poderosos/reconhecidos na sociedade perante a identificação étnica do participante. Tratamos os fenômenos segundo as teorias de influência social ou retóricas de ação social. Trabalhamos com situações simuladas de pressão para recriar experiências possíveis de interação. Participaram 207 estudantes de ensino médio de escolas públicas estaduais, identificados como negros, brancos e morenos. Os resultados indicaram retóricas/ações como recusas, aceitação e não decisão às pressões. As retóricas/ações antecipadas foram de cordialidade, interesse próprio, hostilidade, interesse do outro. Os brancos tenderam a aceitar mais a pressão de personagens poderosos e os negros, em menor proporção, a recusar. Quanto aos personagens minoritários, houve aceitação da pressão nos grupos, indicando menor controvérsia. Discutimos os resultados nos marcos da dinâmica de relações entre grupos na sociedade.

  20. Amplificación del Segundo Armónico Mediante el Uso de un Cristal Fotónico Amplificación del Segundo Armónico Mediante el Uso de un Cristal Fotónico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Cerda-Villicaña

    2012-02-01

    Full Text Available Presentamos evidencia experimental de la generación y amplificación de un haz de segundo armónico en una guía de onda plana de niobato de litio mediante la inscripción de un cristal fotónico unidimensional en dicha guía de onda. La observación fue realizada utilizando un láser de Neodimio-YAG (Nd:YAG en modo continuo (cw así como en amarre de modos, obteniendo pulsos con una potencia promedio por debajo del orden de nanojoules (10-9 J y con duración de 150 picosegundos (10-12 seg. La dispersión geométrica introducida por la estructura de bandas fotónica (PGB para los modos de la guía de onda a la frecuencia fundamental y doblada mejora las condiciones de empalme de fase y por lo tanto aumenta la eficiencia de conversión. We present experimental evidence of enhanced second harmonic generation in planar lithiumniobate waveguides by using a photonic crystal on the waveguide. The enhanced signal was observed by using a Nd: YAG pump laser in both continuous mode (c. w. and mode-locked. This last produced sub-nanojoules (10-9 J average power pulses with 150 picoseconds (10-12 s time duration. Phase matching conditions and the conversion efficiency process were improved because of the geometrical dispersion introduced in waveguide modes inside of the photonic band gap structure (PBG at fundamental and second harmonic frequencies.

  1. Sentidos de Vitória/Derrota para os Pais Segundo Atletas do Alto Rendimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Amblard

    Full Text Available Este estudo compreendeu as representações sociais da vitória/derrota para os pais segundo atletas-adolescentes do esporte de alto rendimento, na cidade do Recife. A adolescência é compreendida a partir da Psicologia Social-histórica, e o embasamento teórico-metodológico da Teoria das Representações Sociais abordou os sujeitos em diferentes contextos socioculturais, lugares de pertencimento, experiências, crenças, saberes e sentimentos compartilhados. Adotou-se a perspectiva pluri metodológica com variados recursos de coleta e análise progressiva de dados. Participaram 101 atletas-adolescentes do esporte de alto rendimento, nas modalidades natação e vôlei. Os instrumentos utilizados foram questionários de associação livre e entrevistas semidirigidas. Na análise dos dados, o software EVOC e as técnicas de análise temática de conteúdo de Bardin. Identificamos as representações de vitória para os pais, nas dimensões: pessoal e motivacional, e afetivo-emocional e, nas representações sociais da derrota para os pais, além destas, a dimensão técnica. O sentido de vitória para os pais apareceu ampliado: o contexto esportivo, a escolarização, e o crescimento pessoal e profissional na vida. A derrota para os pais é representada como oportunidade de aprendizado e superação para o atleta-adolescente, porém, eles mostraram que necessitam do apoio afetivo de sua família para lidar com a autoculpabilização nas situações de fracasso.

  2. Kierkegaard e a existência possível

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto S. Kahlmeyer-Mertens

    2013-05-01

    Full Text Available Resumo: A relação entre a existência e a possibilidade, objeto deste artigo, merece especial atenção quando se trata de Kierkegaard. Isso porque, estes dois conceitos ocupam papéis primordiais na filosofia do autor, constituindo, justamente, o ponto a partir do qual o pensador se distancia criticamente da tradição filosófica. Caracterizar sumariamente os conceitos de existência e possibilidade na filosofia de Kierkegaard, bem como ambientar o filósofo em sua época como um pensador da existência, para além do rótulo de “existencialista”, são nossos presentes objetivos.   Palavras-chave: Kierkegaard, filosofia da existência, existência, possibilidade

  3. Estilo de aprendizaje predominante en los estudiantes del segundo año de Ingeniería Forestal de la Universidad de Guantánamo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yonni Piorno-Ruiz

    2017-11-01

    Full Text Available El artículo parte del modelo de Kolb sobre los estilos de aprendizaje, y utiliza el cuestionario Honey-Alonso para identificar el estilo que predomina en los estudiantes del segundo año de la carrera Ingeniería Forestal de la Universidad de Guantánamo, Cuba. En el análisis de los datos primarios se utilizaron técnicas de la estadística descriptiva e inferencial; así como el paquete de programas de cómputo SPSS versión 21. El trabajo estadístico realizado reveló una tendencia hacia el predominio de los estilos de aprendizaje Reflexivo, Teórico y Pragmático entre el grupo de estudiantes pesquisados.

  4. Avaliação de chupetas disponíveis no mercado nacional segundo os requisitos da ABNT e ANVISA = Evaluation of the pacifers available in the nacional market following the abnt and anvisa requisitions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lima, Cláudia Batista Vieira

    2007-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar chupetas disponíveis no mercado nacional segundo requisitos definidos pela legislação vigente. A amostra constou de 31 tipos de 6 marcas comerciais nacionais de chupetas, sendo para cada uma adquiridas 3 exemplares de lotes diferentes. Foi analisada descritivamente a adequação ou não dos aspectos: bico, escudo, botão, pino, argola e embalagem, atendendo aos critérios de construção de chupetas definidos pela NBR 10334/2003 da ABNT e a Resolução nº 221 da ANVISA. As chupetas foram divididas em grupos (G, conforme as características do bico: G1 – universal 6 meses; G5 – convencional > 6 meses; G6 – ortodôntica > 6 meses. Verificou-se a inadequação nos itens: A – comprimento do bico; B – embalagem segundo a NBR; C – embalagem segundo a ANVISA. O percentual de inadequação encontrado para os grupos foi: A: G2 – 20%, G6 – 11,1%; B: G2 – 40%, G3 – 33,3%, G5 – 40%, G6 – 33,3%; C: G2 – 20%, G3 – 33,3%, G4 – 33,3%, G5 – 20%, G6 – 22,2%. Para os demais itens avaliados: material e forma do bico; concavidade do escudo, quantidade e diâmetro dos furos, distância do furo ao bico e à borda externa, distância entre os furos, tamanho do escudo; projeção do botão; orifício de ventilação e projeção do pino e largura e comprimento da argola constataram- se adequação para as chupetas analisadas. Conclui-se que a maioria das chupetas se apresentou adequada para os requisitos de construção, sendo a inadequação freqüentemente registrada no item embalagem

  5. Filosofia da Libertação e Analítica da Dominação: uma leitura interseccional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caterina Rea

    2017-02-01

    Full Text Available Este texto pretende fundamentar uma filosofia da libertação a partir do seu reverso indissociável, a analítica da dominação/opressão. Nesta direção, ressaltamos a noção prático-teórica da interseccionalidade, entendida como a “apreensão cruzada e imbricada das relações de poder” (DORLIN, 2009: 9 e de seus processos dinâmicos de produção social e histórica. Elaborada a partir dos anos 1970 e 1980 no seio do Black Feminism e amplamente retomada pelas produções feministas pós-coloniais e subalternas mais recentes, esta noção permite abordar o fenômeno da dominação/opressão como um fenômeno complexo e plurifacetado. A categoria da interseccionalidade permite, assim, abarcar as diferentes expressões da dominação, entrelaçando as expressões em termos de gênero, sexualidade, raça/etnia, classe ou nacionalidade; ela permite também destacar o caráter plural das identidades dos grupos e dos sujeitos tocados pelos processos de dominação/opressão e articular a proliferação das lutas e das formas de libertação, simultaneamente direcionadas contra o sexismo, o heterossexismo, o racismo, a opressão de classe ou de nacionalidade. No contexto pós-colonial, entendido como “a tensão entre a superação do colonialismo e a persistência da colonialidade que regula as identidades de sexo/gênero, raciais e políticas” (BIDASECA; OTO; OBARRIO; SIERRA, 2015: 19, a noção da interseccionalidade visa a questionar tanto o universalismo eurocêntrico, compartilhado por boa parte do feminismo hegemônico, como o esencialismo mobilizado por diferentes grupos identitários que, no nome da defesa das culturas locais e específicas, chegam – em diversos casos – a justificar práticas culturais de tipo patriarcal e opressoras das mulheres e de quem enfrenta a heteronormatividade estabelecida (CRENSHAW, 1989/2005 e CASTILLO, 2015. Uma leitura feminista e pós-colonial dos processos interligados de libertação implica

  6. Los gobiernos de hegemonía del Partido de los Trabajadores (PT y los medios de prensa. Las elecciones de 2014 y la crisis política del segundo gobierno de Dilma Rousseff

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariel Alejandro Goldstein

    Full Text Available Este artículo analiza la coyuntura que se extiende desde la campaña de las elecciones presidenciales de 2014 en Brasil hasta los primeros meses del segundo mandato de Dilma Rousseff, a partir de la perspectiva interdisciplinar de medios y política. Luego de realizar una reconstrucción de la relación entre medios y política durante los dos gobiernos de Lula da Silva y el primero de Rousseff, el artículo sugiere que durante la campaña presidencial de 2014 los principales medios de prensa intentaron perfilar inicialmente como ''candidata revelación'' a Marina Silva, proyectando sus posibilidades; al constatar que no entraría al balotaje apoyaron al candidato Aécio Neves, a la vez que buscaron involucrar a Rousseff en escándalos de corrupción. Finalmente, se considera el escenario político del segundo mandato de Rousseff, donde la candidata de la coalición de hegemonía petista, si bien ha triunfado electoralmente, se encuentra actualmente con restricciones en su accionar político originadas, entre otros factores, por su inacción en la política de regulación de los medios.

  7. Luzes femininas: a felicidade segundo Madame du Châtelet Enlightenment women: happiness according to Madame du Châtelet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Jonas de Lima Piva

    2012-12-01

    Full Text Available As luzes do Iluminismo francês consagradas por certa história da filosofia foram indubitavelmente as masculinas. As presenças de Voltaire, Rousseau e Diderot nas pesquisas e nas obras sobre o período são quase absolutas. A finalidade deste artigo é explorar as Luzes francesas, particularmente, a questão ética da felicidade, pelo olhar de uma razão tão ilustrada quanto a de Voltaire, Rousseau ou Diderot, porém de saiotes e espartilho: o pensamento de Émilie du Châtelet (1706-1749. Pouco conhecida pelo público brasileiro e menos estudada ainda pelos dix-huitièmistes locais, Madame du Châtelet, marquesa de berço, escreveu, por volta de 1746, um Discurso sobre a felicidade. O exame de algumas das teses e propostas éticas contidas nesse opúsculo é uma oportunidade instigante para se entenderem um pouco melhor não só as Luzes francesas, mas, sobretudo, a sensibilidade e as angústias das mulheres de vanguarda da França pré-revolucionária.The French Enlightenment distinguished by a certain history has been undoubtedly male, as reveals the almost exclusive presence of Voltaire, Rousseau and Diderot in the researches and works about that time. The aim of this study is to investigate the period, mainly approaching the ethical issue of happiness, but not through the looks of those celebrated male philosophers, but of a person in skirts and corselets: Émilie du Châtelet (1706-1749. Little known by the Brazilian readers, and little studied by the local experts on the 1800s, Madame du Châtelet, born a Marquise, wrote, around 1746, a Discourse on happiness. The examination of some of the thesis and ethical proposals contained in that opuscule is an instigating opportunity to understand better not only the French Enlightenment, but also the sensibility and anxieties of the vanguard women in the pre-revolutionary France.

  8. Lesões no trânsito e uso de equipamento de proteção na população brasileira, segundo estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    2016-02-01

    Full Text Available Resumo O artigo tem por objetivo descrever as lesões no trânsito segundo características demográficas, utilização de equipamentos de proteção, uso de serviços de saúde, limitação de atividades e incapacidades. Estimou-se o percentual de envolvimento em acidentes de trânsito com lesões, o de uso de equipamentos de proteção, o uso de serviços saúde, limitação de atividades habituais, incapacidades e sequelas, segundo escolaridade, raça-cor, sexo, idade e região de residência. O uso de cinto de segurança na população adulta foi de 79,4% e 50,2%, nos bancos da frente e de trás, respectivamente; o de uso do capacete entre os condutores e passageiros de motocicleta foi respectivamente de 83,4 e 80,1. Equipamentos de segurança são menos usados nas regiões Norte e Nordeste e na zona rural. Relataram acidente de trânsito no último mês 3,1%, sendo maior no sexo masculino 4,5%, nas pessoas de escolaridade de nível fundamental completo e médio completo, adulto jovem e de raça-cor parda. Entre os acidentados receberam algum tipo de assistência de saúde devido a este acidente 52,4% foram internados, 7,7% relataram ter tido limitação de atividades habituais, incapacidades e sequelas decorrente de acidente de trânsito 14,1%. Os acidentes de trânsito são elevados no país.

  9. Status de fragilidade entre idosos com indicativo de depressão segundo o sexo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darlene Mara dos Santos Tavares

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivos : Descrever as variáveis socioeconômicas de idosos com indicativo de depressão segundo o sexo, verificar a associação entre o status de fragilidade e o sexo, e descrever o componente do fenótipo de fragilidade mais impactado entre os idosos com indicativo de depressão pré-frágeis e frágeis. Métodos Estudo observacional, transversal e analítico, conduzido com 418 idosos com indicativo de depressão residentes no município de Uberaba, MG. Utilizaram-se a Escala de Depressão Geriátrica Abreviada e o Fenótipo de Fragilidade de Fried. Foram utilizados análise descritiva e o teste Qui-quadrado (p < 0,05. Resultados Verificou-se que, entre os idosos com indicativo de depressão, 27,8% eram frágeis e 51,7%, pré-frágeis. O status de fragilidade não esteve associado ao sexo (p = 0,910. Dentre os pré-frágeis, os componentes do fenótipo mais impactados foram o autorrelato de exaustão/fadiga para as mulheres e diminuição da força muscular para os homens. Nos frágeis, prevaleceu a diminuição da força muscular para ambos os sexos. Conclusão Mediante os achados deste estudo, conclui-se que, embora não tenha ocorrido associação entre a síndrome de fragilidade e o sexo, a identificação dos componentes do fenótipo de fragilidade mais impactados pode favorecer o atendimento multiprofissional, considerando as especificidades dos grupos. O diagnóstico precoce contribui para o estabelecimento de condutas e prevenção de agravos.

  10. La armonía entre la filosofía y el sufismo: Sohravardi.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josep Puig Montada

    2001-01-01

    Full Text Available Sohravardi, Shiháb ad-DínYa~yá Suhrawardi (1155-1191 desarrolló una filosofia basada en el principio simbólico de la luz, y expuesta en su obra Sabiduría de la iluminación, en particular, pero exigió estudiar la filosofia de raíz aviceniana para entenderla. En este trabajo se utilizan en particular dos obras de Sohravardi posteriores a la misma, Las estaciones de los sufles, que como e] título indica es intuitiva, y eJ Libro de los destellos, que es argumentativa y aviceniana, y que él a menudo acusa de "peripatética" para poner de manifiesto cómo para él toda forma de filosofia es inseparable de la aplicación gnóstica.

  11. A reprodução do discurso jornalístico na internet durante o segundo turno das eleições presidenciais de 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Cristine FORT

    2015-09-01

    Full Text Available A pesquisa em comunicação de massa, conforme Hall (1980, p. 387, tradicionalmente tem concebido o processo comunicativo em termos de um circuito. A linearidade do modelo emissor/mensagem/receptor, no entanto, é criticada pelo autor por sua concentração no nível da troca de mensagens e pela ausência de uma estrutura de oscilações da comunicação enquanto complexa estrutura de relações. A partir da concepção de Hall, o presente artigo visa analisar como o leitor interpretou o discurso jornalístico a partir de comentários realizados no Facebook de notícias que foram destaque de primeira página do jornal O Globo durante o mês que antecedeu o segundo turno das eleições presidenciais de 2014.

  12. 1964-1985: a filosofia do controle e o controle da filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Francisco Correia

    2007-01-01

    Full Text Available During the Brazilian military regimen (1964-1985 the philosophy was neglected in benefit of the moral and civic education. In the period, it invigorated a philosophy of the control established in the repression for the violence and the ideology of persuasions of the national consciences favorable to the authoritarian regimen, reason for which if it made necessary then the control of the philosophy. On the basis of this historical fact, the present study, carried through according to of research rules of the bibliographical-documentary research, displays and analyzes some aspects of this thematic one. The result the one that arrives is that the exclusion of the philosophy of the Brazilian schools during the military regimen in serves them of example to be observed, so that today, when the philosophy comes back to be obligator, not to run the risk to see its curricular citizenship one more time spoiled.

  13. Mapeamento cruzado: títulos diagnósticos formulados segundo a CIPE® versus diagnósticos da NANDA Internacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meire Chucre Tannure

    2014-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo cujos objetivos foram elaborar títulos diagnósticos de enfermagem segundo a CIPE®, realizar mapeamento cruzado entre as formulações diagnósticas e os títulos diagnósticos da NANDA-I, identificar dentre os títulos diagnósticos formulados os constantes e não constantes na NANDA-I e realizar mapeamento dos títulos formulados com as Necessidades Humanas Básicas. Utilizou-se técnica de oficina, com 32 enfermeiros de unidades de terapia intensiva, de mapeamento cruzado e de validação por concordância com peritos. Na oficina foram elaborados 1.665 títulos diagnósticos submetidos a processo de refinamento que resultou em 120 títulos, submetidos a mapeamento cruzado com títulos diagnósticos da NANDA-I e com as necessidades humanas básicas. Os produtos do mapeamento foram submetidos à validação de conteúdo por dois enfermeiros peritos, obtendo-se índices de concordância de 92% e 100%. Constatou-se que 63 títulos constavam na NANDA-I e 47 não.

  14. Problemas adaptativos segundo Roy e diagnósticos fundamentados na CIPE® em hipertensos com doenças associadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denizielle de Jesus Moreira Moura

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi identificar os problemas adaptativos e estímulos fundamentados no modelo teórico de Roy, bem como os diagnósticos de enfermagem segundo a CIPE® Versão 1. Estudo de casos múltiplos, realizado com 45 hipertensos com doenças associadas assistidos em uma unidade de saúde da Secretaria Executiva Regional V - Fortaleza. Dentre os problemas adaptativos identificados o sedentarismo é o mais presente (84,4% dos indivíduos, seguido de sobrepeso/obesidade (57,8% e distúrbios no padrão de sono (42,2%. 64,3% dos diagnósticos de enfermagem identificados encontram-se no âmbito biológico, sendo os de maior prevalência: Autocuidado Parcial (93,3%, Padrão de Exercício Diminuído (84,4%, Dentição Comprometida (82,2%, Aprendizagem Baixa (60,0%, Sobrepeso/Obesidade (57,7%. Concluiu-se que a identificação de problemas adaptativos auxiliam-nos na elaboração de diagnósticos, os quais, por sua vez, conferem uma linguagem própria à enfermagem além de maior autonomia profissional e qualidade na assistência.

  15. Do Liceu à bat-caverna. Batman um super-herói aristotélico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gelson Vanderlei Weschenfelder

    2014-04-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2014v48n1p94 Um dos ícones da cultura pop da atualidade é o ressurgimento das aventuras dos super-heróis dos quadrinhos, as quais não trazem apenas entretenimento aos nossos olhos. Tais histórias abordam questões enfrentadas por todo ser humano comum. Questões como justiça, moral, ética e tantas outras. Estas questões são temas usados nas discussões filosóficas de muitos filósofos durante anos. Um dos grandes personagens das histórias em quadrinhos de super-aventuras, Batman, traz em seu enredo, tramas com várias questões filosóficas. Tais questões encontramos na filosofia do filósofo grego Aristóteles, principalmente em sua obra ‘Ética a Nicômaco’. Batman é um personagem sem super-poderes, porém treina seu corpo e alma para combater o crime em sua cidade. Este ‘treinar’, é para Aristóteles, uma das características para chegar à virtude, pois segundo ele, somente com treinamento poderíamos chegar ao hábito, o hábito de fazer as coisas certas.

  16. O ACORDO ENTRE O SENSÍVEL E O INTELIGÍVEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Andrade Saiani Vegro

    2016-04-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma investigação sobre a metodologia de ensino proposta pelo professor dr. Sílvio Soares Macedo para a disciplina AUP 652, vinculada ao Departamento de Projeto e inserida na grade curricular do segundo semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, articulada com a fenomenologia da percepção de Maurice Merleau-Ponty (1908/1961. A filosofia merleau-pontiana se caracteriza fundamentalmente, por estabelecer relações entre sujeito, natureza e objeto, marcadas por um pensamento engajado no mundo. Esse arco reflexivo desdobra-se a partir do exercício da invenção do projeto como um perpétuo “fazer-se” em camadas, no qual se distingue sua origem mais primária, da lembrança e do contato com corpo, até atingir uma ordenação lógica. O objetivo da disciplina AUP 652 é desenvolver nos estudantes a compreensão de escalas e capacidade de abstrair e representar o espaço, com ênfase no papel comunicacional do projeto que deflagra a constatação de um mundo único que se engrandece no estímulo da participação ativa entre professor e alunos.

  17. Leucipo, Demócrito e Kant: uma Reflexão sobre a Equivalência entre Ser e Não-Ser

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eberth Eleuterio dos Santos

    2015-08-01

    Full Text Available De início, apresentaremos a tese de Demócrito e Leucipo, segundo a qual o ser não é mais que o não-ser, tendo como contraponto o pensamento eleata acerca da inexistência necessária do não-ser. Esta discussão nos remete à oposição entre o pleno (cheio e o vazio que será posteriormente traduzida na oposição entre o ser e o nada (ou o não-ser. Desse modo, a oposição entre o pleno e o vazio é uma oposição que se desloca para o ser e o não-ser. Em seguida, faremos a apreciação do escrito pré-crítico kantiano Ensaio para introduzir em filosofia o conceito de grandeza negativa, no qual distinguimos certo tipo de oposição tomada entre grandezas em geral que, acreditamos, poderia ser interpretado como estando de acordo com o posicionamento de Demócrito e Leucipo sobre o estatuto ontológico do não-ser como princípio equivalente ao ser, e não como sua contradição em sentido puramente lógico.

  18. VARIABLE PRODUCTION COSTS VERSUS SALES PRICES OF COFFEE IN THE SECOND YEAR OF GROWTH VARIABLES DE LOS COSTOS DE PRODUCCIÓN VERSUS PRECIO DE VENTA DEL CULTIVO DEL CAFÉ EN EL SEGUNDO AÑO DE LABRANZA VARIÁVEIS DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO VERSUS PREÇO DE VENDA DA CULTURA DO CAFÉ NO SEGUNDO ANO DA LAVOURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Lemos Duarte

    2013-01-01

    Full Text Available The second year of co ee growth is characterized by replanting to replace plants that did not developsatisfactorily. The objective of this study was to investigate how this activity a ected the sales prices. TheAgrianual, the yearbook of Brazilian agriculture, provided the costs and sales prices used for the period1999 to 2008. For cost variables the Kolmogorov-Smirnov (Lilliefors test was applied to verify normality ofthe data. Then the Spearman correlation coe icient and Pearson correlation coe icient were calculated toanalyze whether they were correlated linearly. Further the coe icient of determination was calculated, thatdefines how much of a cost variable is explained by the variable sales price.  Finally, a linear regressionequation verified the dependence between variables, together with a standard error of estimate. Resultsshowed that in the second year of growth with replanting and the twelve cost variables a similar behavior could be drawn for nine cost variables with the sales price. Therefore inputs may be given to the ruralproducer for budget planning and a method for cost analyses.El segundo año de la labranza del café está marcado por su replantación en sustitución a las plantas que tuvieron algún problema de desarrollo. El objetivo de este trabajo fue investigar de qué forma se realizó esecomportamiento, en el cultivo en cuestión, en relación al precio de venta. Para eso, se utilizaron los datosdel Agrianual, el anuario de la agricultura brasileña, de costos y precios de venta del periodo de 1999 a2008. Fue aplicado en las variables de costos el test de Kolmogorov-smirnov (Lilliefors para verificar lanormalidad de los datos. Posteriormente, se calculó el coeficiente de correlación de  Spearman y elcoeficiente de correlación de  Pearson, para analizar si ellos estaban correlacionados linealmente. Sefinalizó con el cálculo del coeficiente de determinación, que define cuanto de una variable de costos seexplica

  19. Der moderne Staat : ein Glanzstück europäischer Form und occidentalen Rationalismus / Rüdiger Voigt

    Index Scriptorium Estoniae

    Voigt, Rüdiger

    2014-01-01

    Modernsest riigist, antiikse riigikunsti taassünnist, erinevatest riigiteooriatest (Machiavelli, Bodin, Hobbes, Locke, Montesquieu, Rousseau, Kant, Hegel, Marx, Jellinek, Weber, Habermas, Foucault, Agamben), globaliseerumise väljakutsetest, ohtudest, riigi tulevikust

  20. Subject Between Negativity and Aufhebung/désoeuvrement. Refutation of the Cryptotheological Critique of Agamben

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mikołaj Ratajczak

    2013-01-01

    Full Text Available The aim of this article is a detailed analysis of the critique concerning the conceptof subjectivity in Giorgio Agamben’s philosophy made by the Polish philosopherAgata Bielik-Robson arguing for her own conceptualization of subject’s ethicalformation. The main thesis states that by situating Agamben in the conceptualhorizon he aims to overcome, her critique stopped halfway. In doing so, the articleshows that the common ground of both Agamben’s and Bielik-Robson’s views onthe subject is the philosophy of Hegel and the differences between them can beexplicated as the difference in choosing one of two strategies of subject’s formationderiving from Hegel: while Bielik-Robson radicalizes the moment of negativity,Agamben tries to elaborate a different (messianic logic of Aufhebung.

  1. Media, journalism, objectivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vlajki Emil

    2013-01-01

    Full Text Available This is the text around the themes: Media and Journalism, are confronted two directions of opinions: humanism and elitism. Humanism believes that media and journalism must be metaphysically objective: able to tell the truth regardless of time, place and terms of events. Another approach, elitism, is connected with Hegel's philosophy of history. Hegel's conceptual apparatus includes: Idea, History dialectic, 'cunning mind,' self- development and self-realization. In this context, media and journalism are considered as organic unity, an inseparable part of some dialectical totality. More specifically media and journalism can be objective only if they defend concrete ideological assumptions of society to which they belong. Any other understanding of these two concepts is non-objective, mere moralizing and / or demagoguery.

  2. Supporting Complex Problems: An Examination of Churchman's Inquirers as a Knowledge Management Foundation

    National Research Council Canada - National Science Library

    Peachey, Todd A

    2006-01-01

    ...: Gottfried Leibniz, John Locke, Immanuel Kant, Georg Hegel, and Peter Singer. He conceptualized five types of inquiring systems designed to promote inquiry in the course of knowledge creation and decision-making...

  3. Metodología para elevar la creatividad de los profesores en formación de segundo año CRA de la carrera Licenciatura en Cultura Física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yudelqui Martínez León

    2009-09-01

    Full Text Available La tesis titulada metodología para elevar la creatividad de los profesores en formación de segundo año de la carrera Licenciatura en Cultura Física contiene una propuesta para elevar la creatividad desde la asignatura Pedagogía, tomando como punto de partida el curso regular para atletas de la Facultad de Cultura Física ”Nancy Uranga Romagoza” del municipio Pinar del Río. Esta investigación contiene además, un conjunto de fundamentos psicológicos y pedagógicos sobre la creatividad, que influyen en el desarrollo de la personalidad del profesor en formación. El trabajo proporciona un grupo de acciones dirigidas a elevar el desarrollo de la creatividad desde la clase, además aporta el concepto de creatividad visto como proceso que expresa la capacidad de los docentes y su influencia en la actividad pedagógica profesional. La metodología creativa que ofrece este trabajo fue validada, a través del desarrollo de un pre-experimento para constatar su efectividad en la práctica pedagógica de la institución referida, esta constituye, además, uno de los aportes prácticos de esta investigación. Los resultados alcanzados proporcionan vías y modos de actuación del docente, de forma tal que generen cambios en sus alumnos desde sus clases y contribuyan a la formación del educador que exige la sociedad moderna en la carrera Cultura Física. La investigación se aplica en el desarrollo del Proceso Docente-Educativo de la asignatura Pedagogía, del segundo año de la carrera Licenciatura en Cultura Física para el CRA.

  4. Vitalij L. Machlin, Dopo l'interpretazione

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margherita De Michiel

    2010-12-01

    Full Text Available Una riflessione insieme lucida e accorata sulla contemporaneità umanistico-scientifica oggi, in Russia come in occidente, in un’epoca che si confronta con l’esperienza del «dopo» a molteplici livelli del «mondo della storia» e del «mondo della vita». Approcci a un’«epistemologia umanistica» come «filosofia della seconda coscienza», ermeneutica dialogica che è insieme filosofia del linguaggio e ontologia sociale. La postulazione di una nuova «filologizzazione della filosofia» che riproponga il genere discorsivo del «commento» nella sua duplice anima della «comprensione» e della «spiegazione».  Nella nostra epoca «postbarbarica», la ripresa di un discorso interrotto per una nuova disputa tra «antichi» e «moderni». La parola di un filosofo, e il suo appello a un ritorno alla valenza etica dell’insegnamento.

  5. PROMETEUS 17, ANO 8

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Os Editores da Prometeus

    2015-04-01

    Full Text Available A Prometeus chega ao seu número 17 e seu oitavo ano. Nessa edição, temos uma excelente seleção de artigos.Focalizando a filosofia antiga, temos Lethícia Ouro, Bruno Karl, Irley Franco, Leonidas Konstantakos, Helena Maronna, Miguel Ángel Rossi.Em artigo especial, Rodrigo Brito lida com a filosofia judaica de Abrahan Cohen.A filosofia contemporânea é abordada por Antonio Baptista Gonçalves, que trata de Deleuze, e Paulo Sérgio Calvet, que  trata de Hanna Arendt.Nossa edição se encerra com três traduções: uma de Boécio (William Piauí, uma de Tomás de Aquino (Húdson Canuto e uma de Eurídepdes (Evandro Luis SalvadorDesejamos que os pesquisadores se beneficiem com os trabalhos que selecionamos.Os Editores 

  6. Propuesta para trabajar las emociones desde la expresión corporal a través de la música y la danza en el Segundo Ciclo de Educación Primaria

    OpenAIRE

    Prado Fernández, Natalia de

    2016-01-01

    Con este proyecto de Expresión Corporal se pretende dar al alumnado del Segundo Ciclo de Primaria la oportunidad de ampliar su conocimiento respecto al ámbito emocional, a través de varias sesiones en las que la música y la danza tienen un papel primordial para la evocación de diferentes emociones que los niños tendrán la posibilidad de reconocer en su propio cuerpo, gracias a las sensaciones que estos dos elementos pueden generar en él. Además, serán capaces de aprender a reconocer las difer...

  7. El profundo sustrato de la Ciencia y el fértil humus de las ciencias [The deep substrate of the Science and the rich humus of the sciences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Félix Duque

    2017-05-01

    Full Text Available Este ensayo atiende al momento seguramente más ambicioso de la historia de la filosofía: la conversión, en el seno del Idealismo Alemán del modus exponendi de aquélla, primero en Crítica (Kant, luego en Doctrina (Fichte, en Sistema (Schelling, y finalmente en Ciencia (Hegel, al mismo tiempo que, en el modus componendi, la Metafísica se transfigura en Lógica. Ello supone, contra una interpretación manualística ya apenas seguida, no abandono o menosprecio por parte de Hegel de las ciencias experimentales, sino al contrario: una minuciosa utilización de las mismas como origen, condición y material de elaboración del propio desarrollo lógico, de manera que, mientras el plano de la exposición (el methodus permanece relativamente fijo, el de la composición, mediado por la Realphilosophie, se modifica y altera al ritmo de las teorías y los acontecimientos del día de los hombres, como si su “peso” fuera dejando una huella en el reino lógico de las sombras. [This paper examines the probably most ambitious moment of the history of philosophy: the transformation, at the center of the German Idealism, of Philosophy into Critique (Kant, Doctrine (Fichte, System (Schelling and finally Science (Hegel, as regards the philosophical modus exponendi, and simultaneously the transfiguration of Metaphysics into Logic, in its modus componendi. Rejecting the old-fashioned handbook interpretations, I claim these transformations do not make Hegel neglect or contempt the experimental sciences. On the contrary, they prove he meticulously used the experimental sciences as origin, condition and elaboration material of the logical development, so that while the exposition level (methodus remains relatively firm, the composition level, mediated by the Realphilosophie, is modified and altered according to the human theories and the human daily events, as if its "weight" left its traces in the logical realm of shadows.

  8. Análise das ocorrências das lesões no trânsito e fatores relacionados segundo resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Brasil, 2008

    OpenAIRE

    Malta,Deborah Carvalho; Mascarenhas,Márcio Dênis Medeiros; Bernal,Regina Tomie Ivata; Silva,Marta Maria Alves da; Pereira,Cimar Azeredo; Minayo,Maria Cecília de Souza; Morais Neto,Otaliba Libânio de

    2011-01-01

    O objetivo foi descrever as estimativas de ocorrência de lesões decorrentes do trânsito e os fatores relacionados à população brasileira a partir dos dados obtidos na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Trata-se de amostra probabilística em três estágios: municípios, setores censitários e domicílios. Foram entrevistadas 391.868 pessoas. As variáveis acidente de trânsito (AT) e uso de cinto de segurança foram descritas segundo dados sociodemográficos e de região de residência. ...

  9. Miseria y grandeza de la Filosofía en la Enseñanza Media

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos DÍAZ

    2009-11-01

    Full Text Available A nadie se le enseña nada (y esa es la misión del filósofo si se le dice que cada época tiene su filosofía, y cada filosofía su época; hoy no estamos para las bromas de Hegel o de Marx, y sí para las cosquillas de Nietzsche o de Gorgias. Nos guste o no, después de Augusto Comte hemos perdido la inocencia metafísica y las escuelas el candor antropológico. Hubo, en efecto, un primer estadio judeo-greco-cristiano —teónomo— que se quebró en su encanto para desencantarse I reencantar se en un segundo estadio o más autónomo que teónomo (desde el Renacimiento hasta el último maestro de la sospecha, y finalmente estamos más allá del desencanto y del reencanto, en un clima de manfutismo y de desprecio de los valores que pretendan presentarse como objetivos. En este estadio nada asusta. Ogros de ayer pasan por hermanitas de la caridad hoy: Marx por machista; Freud por conservador; los anarquistas por moralistas; el progreso por ingenuidad; la civilización industrial por barbarie; el proletariado por clase aburguesada; la ética por cosmética; el trabajo por noción calvinista; la politica por oficio lucrativo; la libertad por anomia.

  10. Martin buber: uma alternativa para se pensar as inter-relações no cotidiano escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia R. M.Ferraz Arruda

    2007-12-01

    Full Text Available Nesta comunicação procuramos mostrar a propriedade das idéias de Martin Buber, na obra Eu e Tu (2001, para se pensar as inter-relações na escola. Em termos antropológicos, no cotidiano escolar se configuram, simultaneamente, cultura organizacional e a cultura de grupos, segundo Edgar Morin (1984 e Michel Maffesoli (1998. Buscamos na “filosofia do encontro” uma reflexão sobre as relações inter-subjetivas produzidas pelos sujeitos no cotidiano escolar. São relações que efetivam a comunicação, definida por Buber como um encontro, no qual se dá a complementaridade e reciprocidade das ações entre o Eu-Tu, o dialógico, em detrimento à experiência de contato proporcionada no Eu-Isso, o monológico. A questão a ser iluminada diz respeito ao fato de que, por meio da “filosofia do encontro”, talvez possamos encontrar suportes teóricos consistentes para repensarmos as relações produzidas pelos sujeitos no âmbito escolar, o que evidencia o caráter “ontológico” de uma questão crucial na escola: ensino-aprendizagem. Abstract: This paper will attempt to point out relevance of the ideas of Martin Buber, in the work “I and Thou” (2001, to think the interrelations in school. In anthropological terms, in the school daily life both organizational culture and the culture of groups are established, according Edgar Morin (1984 and Michel Maffesoli (1998. We searched on the “Philosophy of the Meeting" a reflection on the inter-subjective relations produced by the subjects in the everyday life school. They are relations that implement the communication, defined by Buber as an encounter, which gave the complementarity and reciprocity of actions between the “I-Thou”, the dialogical, to the detriment of the experience of contact provided in the “I-That”, the monological. The issue to be enlightened relates to the fact that, through the "philosophy of the meeting," perhaps we can find consistent theoretical support in

  11. Efectos de la Dislexia en las Habilidades Lingúisticas del Idioma Inglés en Niños de Segundo Ciclo de Nivel Primario de Colegios Particulares Bilingues de la U.G.E.L. Norte, Arequipa 2004

    OpenAIRE

    Pastor de Jones Ingrid Victoria

    2006-01-01

    El presente trabajo de investigación se denomina: EFECTOS de la DISLEXIA en las HABILIDADES LINGÜÍSTICAS DEL IDIOMA INGLES EN NIÑOS DEL SEGUNDO CICLO DEL NIVEL PRIMARIO DE COLEGIOS PARTICULARES BILINGÜES DE LA U.G.E.L. NORTE Arequipa, 2004. Las variables a investigar son: Variable independiente: Dislexia. Indicadores Dyseidesia, Dysphonesia y Dysnekinesia Variable dependiente: Habilidades lingüísticas del idioma Inglés: Indicadores: Listening, Speaking, Reading, Wri...

  12. Platão Hoje

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Leclerc

    2010-10-01

    Full Text Available Nosso objetivo é identificar; na filosofia de nosso seculo, 0 que ha de tipicamente platonista. Para tanto, eu dou uma definiciio do platonismo como uma tese ontologica e gnoseologica, que reconhece a existencia de entidades niio sensiveis, que niio podem ser tocadas, nem vistas, nem ouvidas, etc, mas que so podem ser conhecidas gracas a uma intuiciio de um tipo um pouco especial, que certos filosofos de nosso seculo, como Husserl, chama ram de "intuiciio categorial", ou "intuiciio das essencias". Depois, eu faco um sobrevoo, comecando pela filosofia da matemdtica, principalmente a de Frege, em seguida, examino afilosofia da linguagem e da logica, a ontologia (principalmente a "teoria dos objetos" de Meinong e a epistemologia (sobretudo, 0 "objetivismo" de Popper. Por fim, eu examino 0 programa naturalista e sua significaciio para a etica, mostrando que nada impede, ainda hoje, de sustentar as ideias de Platiio em diversos campos da Filosofia.

  13. The Logic of the Idea and a Speculative Understanding of the State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Román Cuartango

    2017-01-01

    Full Text Available The notion of «speculative individual» represents, for Hegel, the philosophical way of apprehending the modern principle of the individual, but reserving for it an ethical perspective, i.e. socially mediated.

  14. DISCRIMINACIÓN DE PRECIOS DE SEGUNDO GRADO: EL CASO DE TARIFAS MULTI-CLASE PARA EL REGISTRO MARCARIO EN COLOMBIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JUAN PABLO HERRERA SAAVEDRA

    2014-01-01

    Full Text Available Este documento presenta una aplicación de discriminación de segundo grado a las tarifas de pro - piedad industrial, en particular al sistema multi-clase, esto a propósito de la adhesión de Colombia al Protocolo de Madrid en 2011. La metodología consistió en la construcción de un modelo para establecer una estructura tarifaria óptima de registro de marcas con dos objetivos: (i cumplir con las obligaciones dispuestas en el TLT e incentivar la utilización del sistema multi-clase, y (ii identificar un mecanismo que minimizara los efectos negativos, que en materia de recaudo podría enfrentar la autoridad de propiedad industrial, con la entrada en vigencia de dicho acuerdo. Dentro de los prin - cipales hallazgos del estudio se identificó la no existencia inequívoca inversa entre tarifa marcaria y número de solicitudes, lo que da espacio a considerar múltiples factores que pueden incidir en la de - manda del servicio de registros marcarios distintos a su precio. Igualmente, se estableció que este sis - tema de tarifas diferenciadas amortiguó el descenso de los ingresos de la autoridad administradora de propiedad industrial en Colombia dadas las características de la demanda del servicio observado.

  15. HEGEL'S CONTRIBUTIONS TO MODERN INDIVIDUALISM AND ...

    African Journals Online (AJOL)

    Dean SPGS NAU

    God in human thought and life would make life meaningful and valuable. ... happiness and virtue, but by the traditional ideals of his city,”2 which he willingly ..... are no longer seen as antagonistic to each other but as mutually dependent.

  16. Set theory and geometry in Hegel

    NARCIS (Netherlands)

    Damsma, D.

    2011-01-01

    This paper tracks the systematic dialectical determination of mathematical concepts in Hegel’s Encyclopädie der philosophischen Wissenschaften (1830, 1817) and investigates the insights that can be gained from such a perspective on the mathematical. To begin with, the determination of Numbers and

  17. Diagnóstico laboratorial de varíola: II. resultados do segundo ano de atividades, de maio de 1969 a maio de 1970

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. G. Schatzinayr

    1970-12-01

    Full Text Available Os autores relatam os resultados obtidos no diagnóstico laboratorial de varíola, durante o segundo ano de funcionamento de uma unidade montada no Instituto Presidente Castello Branco, da Fundação Instituto Oswaldo Crus, no Rio de Janeiro. O exame de 105 espécimens de crostas e de 76 de líquido vesicular /pustular, forneceu 39 e 34 amostras de vírus da varíola, respectivamente (Tabela 1. A demora em chegar ao laboratório influencia significativamente a taxa de isolamento de vírus (Tabela 2. Foi encontrada estreita relação entre os diagnósticos clínico e laboratorial (Tabela 3, quando possível compará-los. A inoculação em ovos embrionados após 1 a 2 horas do abaixamento da mebrana cório-alantóica, foi considerada como adequada às condições em que são realizados os exames. O laboratório continua a receber regularmente mais especimens para diagnóstico.

  18. Óbitos por causas externas em Cuiabá, 0 a 24 anos: perfil das vítimas e famílias segundo a intencionalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Baccarat de Godoy Martins

    2013-06-01

    Full Text Available Diante da necessidade de conhecer as circunstâncias associadas às causas externas (acidentes e violências, o estudo analisa o perfil das vítimas e famílias de acordo com a intencionalidade do evento (acidental ou intencional. Estudo seccional, cuja população foi composta por crianças, adolescentes e jovens (0 a 24 anos de idade, residentes em Cuiabá, MT, que faleceram por causa externa em 2009. Os dados, processados pelo Epi-Info, foram obtidos nas Declarações de Óbito e por entrevista com as famílias das vítimas. O teste não paramétrico de qui-quadrado evidenciou diferenças estatisticamente significantes entre os óbitos acidentais e intencionais segundo o sexo e o tipo de acidente ou violência, a ocorrência de evento anterior de causa externa, escolaridade dos pais, tipo de família, renda, responsável pelo sustento da casa, idade da mãe e cuidador. Não foi encontrada associação entre a intencionalidade do evento e a situação ocupacional dos pais, idade do pai, número de pessoas residentes no domicílio, com que a vítima residia, tipo e local de moradia. Entre as vítimas, destaca-se a participação masculina (88,7% em relação à feminina (11,3%. No sexo feminino, 50,0% dos óbitos foram acidentais e 50,0% intencionais. No sexo masculino, 68,2% foram intencionais, 29,1% acidentais e 2,7% de intenção indeterminada. Entre os óbitos intencionais, 72,5% das vítimas já haviam sofrido violência. À medida que aumenta o grau de instrução dos pais, há redução dos óbitos intencionais. A proporção de famílias reconstituídas/fragmentadas é maior entre os acidentes. A causa intencional aumenta à medida que diminui a renda familiar e aumenta a idade dos pais. A aglomeração de pessoas no domicílio é maior entre as mortes intencionais. Analisar o perfil das vítimas e famílias segundo a intencionalidade do evento possibilita direcionar as políticas locais de prevenção e controle destes agravos.

  19. NIVELES DE PRESIÓN SONORA EN EL SEGUNDO TRAMO DE TRANSCARIBE CARTAGENA 2007 NOISE PRESSURE LEVELS IN THE SECOND SECTION OF TRANSCARIBE CARTAGENA, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ildefonso Castro Angulo

    2007-07-01

    Full Text Available El proyecto de investigación para determinar los niveles de ruido en el segundo tramo de TransCaribe fue desarrollado entre los meses de mayo y junio de 2007, por el Grupo de Investigaciones Ambientales (GIA de la Fundación Universitaria Tecnológico Comfenalco. El desarrollo del sistema TransCaribe es una propuesta para mejorar la movilidad urbana en Cartagena mediante un sistema de transporte de gran envergadura que utilizará autobuses de alta ocupación con el fin último de mejorar la calidad de vida de los ciudadanos y la productividad de la ciudad. Este proyecto de transporte masivo espera reducir los niveles de emisión acústica. Esta investigación realizó un análisis acústico semanal que refleja el fenómeno de la contaminación sonora en Cartagena de Indias, específicamente en la zona adyacente a la avenida Pedro de Heredia, principal vía arteria de la ciudad. El estudio permite concluir que la zona donde será construido el segundo tramo de TransCaribe en ciertas horas del día no cumple normas de contaminación por ruido, pues sus niveles sobrepasan los límites definidos en la legislación (80 dB.This research project which intends to determine the levels of noise in the second section of Transcaribe was developed in May and June, 2007, by Tecnológico Comfenalco University Foundation Environmental Research Group (GIA. The development of Transcaribe system is a proposal to improve urban mobility in Cartagena by means of a high speed transportation system using high occupation buses with the aim of improving citizens' life quality and city productivity as well. This mass transportation system project hopes to reduce acoustic levels. Through this research a weekly acoustic analysis which reflects the phenomenon of noise pollution in Cartagena de Indias, especially in the zone closed to Pedro de Heredia Avenue, an important avenue in the city was carried out. The study allows concluding that the zone where the second section

  20. LA RELACIÓN INFANCIA Y MOVIMIENTO EN LIBROS DE TEXTO DEL SEGUNDO CICLO DE EDUCACIÓN INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vladimir Martínez Bello

    2014-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta un estudio que analiza libros de texto españoles, de educación infantil del segundo ciclo, con el objetivo de determinar la relación entre infancia y movimiento, en sus imágenes. Se estudiaron las imágenes a través de un análisis de contenido siguiendo un sistema de dimensiones, categorías e indicadores previamente establecido. En el proceso de análisis se contó con la participación de un grupo observacional independiente, ubicado en territorio español. Los resultados señalan que las imágenes analizadas representan principalmente un cuerpo infantil único, tanto a nivel de representación racial como de diversidad corporal. Además, las imágenes visibilizan igualdad de niños y niñas; se relaciona el proceso de construcción corporal en contacto con espacios al aire libre y naturales, y el cuerpo infantil puede asumir distintos niveles de actividad motriz, pero con mayor tendencia hacia cuerpos en posición estática. La presente investigación indica que las imágenes analizadas, a pesar de garantizar la visibilidad en términos de igualdad de género, muestran cuerpos infantiles únicos, tanto a nivel de ausencia de discapacidad física, mental o sensorial, como de representación racial. El sistema educativo infantil debe incorporar la reflexión crítica sobre la diversidad corporal, con el objetivo de construir opciones a esas representaciones dominantes que pueden afectar a las personas más pequeñas.

  1. Die trinitarische Spekulation und göttliche Freiheit beim späten Schelling

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Landa, Ivan

    -, č. 3 (2011), s. 74-86 ISSN 0010-3713 R&D Projects: GA AV ČR(CZ) KJB900090902 Institutional research plan: CEZ:AV0Z90090514 Keywords : trinity * freedom * God * Schelling * Hegel Subject RIV: AA - Philosophy ; Religion

  2. Arguments densos

    OpenAIRE

    Lopez de la Vieja, Mª Teresa

    1999-01-01

    Aquest article tracta de l'ús cognitiu dels textos literaris. Seguint els suggeriments d'una Novel·la, Der Vater eines Mörders, d'A Andersch, tractem d'elucidar la funció cognitiva, fins i tot argumentativa, de la literatura. Alguns arguments poden donar soportea aquest model: a) En la majoria dels casos, la filosofia moral no té a la seva disposició informació sobre situacions extremes i, d'altra banda, la filosofia no hauria de negligir aquestes experiències; b) La possibilitat de re...

  3. Verdade e método em Francis Bacon

    OpenAIRE

    Secco, Márcio

    2004-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Estudo sobre o método e o conceito de verdade defendido por Francis Bacon, sendo nossos principais objetivos nesse trabalho: a) esclarecer algumas questões relativas ao método baconiano, principalmente no que se refere ao uso de hipóteses; b) apresentar uma interpretação falibilista da teoria de Francis Bacon, mostrando que a verdade e a utilidade...

  4. A última escolha: repensar a morte em vida

    OpenAIRE

    Roque, Margarida Abenta

    2010-01-01

    Tese de mestrado, Filosofia, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010 A presente dissertação de mestrado em Filosofia, intitulada A última escolha: repensar a morte em vida, consistirá numa análise expositiva de natureza ética das opções de final de vida que se colocam aos indivíduos doentes ou em estado terminal, abstendo-se de juízos de matriz legal ou jurídica. Tomando Peter Singer como autor de referência intelectual nesta dissertação, o nosso ponto de partida cons...

  5. Contabilidade gerencial como apoio ao "just in time"

    OpenAIRE

    Costa, Sérgio De Carvalho

    2010-01-01

    Descreve as técnicas da filosofia "Just in Time" e apresenta as modificações necessárias aos Sistemas Gerencias para que se tornem coerentes com a filosofia JIT, bem como meçam adequadamente a melhoria contínua da Empresa. Critica tanto o Custeio' Direto como o Custeio por Absorção, apresentando como alternativa o Custeio "ABC". Mostra como o JIT facilita o Custeio dos Produtos e destaca os aspectos estratégicos da Avaliação de Desempenho. Finalmente discorre sobre um estudo de...

  6. SACRIFÍCIO E LIQUIDAÇÃO DO SUJEITO: Notas sobre a sociologia da música de Adorno

    OpenAIRE

    Waizbort,Leopoldo

    1990-01-01

    Este artigo busca retrabalhar alguns aspectos da crítica músico-sociológica de Theodor W. Adorno. Tem por base alguns parágrafos da Filosofia da nova música, em que Adorno analisa A Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky. Aceita a premissa de que a Filosofia da nova música é um excurso da Dialética do Esclarecimento, e vai aos textos na procura de suas relações internas; daí o papel central da análise e da crítica d...

  7. O sentimento de respeito na moral kantiana

    OpenAIRE

    Stadnick, Maria Margareth

    2007-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. A presente pesquisa tem como proposta fundamental a investigação do sentimento de respeito na moral kantiana. Neste sentido, nos detemos a investigar sua relação com a proposta moral de Kant, assim como verificarmos o lugar sistemático que ocupa o sentimento de respeito na moral kantiana. Dentro desse espírito, buscamos reconstruir a estrutura arg...

  8. Virtudes intelectuais e justificação

    OpenAIRE

    Santos, Breno Ricardo Guimarães

    2013-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Florianópolis, 2013 Este trabalho tem como propósito principal discutir o uso da noção de virtude em teorias contemporâneas da justificação. Partindo de uma aproximação geral que a epistemologia recente estabeleceu com teorias mais tradicionalmente morais, pretendemos avaliar o potencial normativo que a noção de virtude intelectual pode oferecer p...

  9. Mito & música: o trágico no jovem Nietzsche

    OpenAIRE

    Lotério, Rafael Antônio dos Santos

    2011-01-01

    O objetivo desta dissertação é perseguir o conceito de trágico na filosofia do jovem Friedrich Wilhelm Nietzsche. Através do estudo das suas primeiras obras dedicadas à reflexão filosófica, percebemos que a ideia do “trágico” se afirma como ponto central e ganha destaque para as perspectivas de trabalho vindouro para o professor de filologia clássica que se tornaria um dos mais importantes nomes da filosofia contemporânea. Entretanto, mesmo resguardando o valor que as reflexões...

  10. Montaigne: a fundamentação da educação nos moldes céticos e estoicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Araújo Batista

    Full Text Available Afirma-se que a filosofia de Montaigne, sob a perspectiva educacional, oferece a possibilidade de uma pedagogia pautada no ceticismo intelectual e no estoicismo moral. Em virtude da necessidade de aproximar filosofia e educação, demonstra-se a aplicabilidade do pensamento filosófico de Montaigne à reflexão educacional, apresentando uma visão panorâmica da sua vida e de seus Ensaios. O referencial teórico desta pesquisa bibliográfica é o materialismo histórico-dialético.

  11. Padronização das atividades em centro cirúrgico oncológico segundo a Classificação das Intervenções de Enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joao Francisco Possari

    2013-06-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivos identificar em um centro cirúrgico especializado em oncologia, as atividades de enfermagem realizadas no período transoperatório, classificar e validar as atividades em intervenções, segundo a Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC. O levantamento das atividades foi realizado por meio dos registros e da observação direta da assistência de enfermagem, nos quatro turnos de trabalho. As atividades foram classificadas em intervenções de enfermagem da NIC utilizando-se a técnica mapeamento cruzado. O elenco de intervenções foi validado por profissionais de enfermagem, em oficinas de trabalho. Identificaram-se 49 intervenções: 34 de cuidados diretos e 15 de cuidados indiretos. O reconhecimento das intervenções de enfermagem permite medir o tempo despendido na sua execução, variável fundamental para quantificar e qualificar a carga de trabalho dos profissionais de enfermagem.

  12. Homem-máquina: as produções discursivas e os processos de subjetividade desenvolvidos na integração do sujeito com redes digitais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fausi dos Santos

    2015-07-01

    Full Text Available O artigo apresenta, a partir da Análise do Discurso de linha francesa, a concepção de sujeito e sua vinculação com o corpo, a razão e os efeitos de sentido produzidos nas redes digitais. Parte da noção de sujeito pensante na filosofia cartesiana, no qual a razão exerce poder sobre o corpo e a matéria. O corpo para Descartes é um obstáculo a ser superado pela mente. Já em Foucault, há um deslocamento da noção de sujeito enquanto unidade ontológica para a noção de sujeito como uma função do discurso. Para Foucault, o sujeito se faz como produto de uma interação sócio-biológica, que se faz e refaz segundo a função e o posicionamento que ocupa no ato discursivo. As redes digitais são espaços de subjetividade, onde ocorre o deslocamento do sujeito em relação ao seu corpo que é anulado momentaneamente enquanto veículo ou invólucro da função-sujeito, dando vazão para a livre circulação do sujeito e da mente em espaços rizomáticos e digitais.

  13. La Theorie des Gefühls hegeliana in dialogo con le recenti teorie sulle emozioni

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caterina Maurer

    2017-04-01

    Full Text Available Considering the relevance of the interaction between neuroscience, psychology, and philosophy in the contemporary debate on emotions, this paper aims at establishing a fruitful dialogue between Hegel’s Philosophie des subjektiven Geistes and the most important neuroscientific and psychological research on emotions. By means of an analysis of the role of Empfindungen (sensations and Gefühle (feelings in the Enzyklopädie der philosophischen Wissenschaften (1830, we will show that Hegel developed a Theorie des Gefühls. The proposed dialogue between Hegel’s thought and contemporary theories is useful for distinguishing the various types of emotions and their cognitive and affective aspects. In fact, it will emerge that both Hegel and recent studies on emotion consider emotions to be characterized by a cognitive valence which enables a person to orient herself/himself in the world.

  14. Ohlasy filozofie Georga Wilhelma Friedricha Hegela v hudebněteoretickém díle Moritze Hauptmanna

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Myslivcová, Eva

    2015-01-01

    Roč. 52, č. 2 (2015), s. 221-229 ISSN 0018-7003 Institutional support: RVO:68378076 Keywords : Georg Wilhelm Friedrich Hegel * Moritz Hauptmann * Die Natur der Harmonik und der Metrik * music theory Subject RIV: AL - Art, Architecture, Cultural Heritage

  15. Opciones de tratamiento en un paciente con pérdida prematura de segundos molares primarios: zapato distal modificado / Treatment Options in a Patient with Primary Second Molar Premature Loss: Modified Distal Shoe Space Maintainer

    OpenAIRE

    Cardoso, María Lorena; Universidad Nacional del Nordeste. Corrientes, Argentina; Falcón, Diana Emilia; Universidad Nacional del Nordeste. Corrientes, Argentina; Galiana, Andrea Verónica; Universidad Nacional del Nordeste. Corrientes, Argentina

    2017-01-01

    RESUMEN. Antecedentes: La pérdida prematura de un molar primario conlleva a malposición de los dientes contiguos y del sucesor permanente. El efecto depende de las fuerzas que actúan sobre el diente, que están condicionadas a su vez por el estado de erupción del primer molar permanente. Propósito: Describir una opción de tratamiento para la pérdida prematura de segundos molares primarios hasta la erupción de los primeros molares permanentes. Descripción del caso: El caso clínico presentado in...

  16. Estudio de los efectos de generación de segundo armónico y fluorescencia de soluciones coloidales de Np de ZnO sintetizadas por ablación láser

    OpenAIRE

    LUNA PALACIOS, YRYX YANET

    2017-01-01

    En esta tesis se presenta un estudio sobre la generación de segundo armónico (SHG, por sus siglas en inglés) y fluorescencia multifotónica (TPE, por sus siglas en inglés) de nanopartículas de óxido de zinc (NPs ZnO), las cuales se prepararon utilizando la técnica de ablación láser de sólidos en líquidos (LASL, por sus siglas en inglés). Con la finalidad de estudiar las propiedades estructurales, ópticas (lineales) y morfológicas de las NPs de ZnO, se utilizaron las siguientes técnicas de cara...

  17. Podmínky poznatelnosti Boha ve filosofii G.W.F. Hegela

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Landa, Ivan

    2011-01-01

    Roč. 66, č. 1 (2011), s. 59-73 ISSN 0046-385X R&D Projects: GA AV ČR(CZ) KJB900090902 Institutional research plan: CEZ:AV0Z90090514 Keywords : Hegel * God * conciousness Subject RIV: AA - Philosophy ; Religion

  18. A BRIEF RESPONSE TO KANU'S ECLECTICISM Fainos MA

    African Journals Online (AJOL)

    JONATHAN

    philosophy has received over the years have been done in the context of this debate. Coming to this debate, I discuss arguments by Hume, Hegel and Bruhl before turning to Universalist and. Particularist positions on African philosophy. Turning to the ...

  19. Hegelova teorie mravního státu

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Chotaš, Jiří

    2003-01-01

    Roč. 51, č. 2 (2003), s. 275-291 ISSN 0015-1831 R&D Projects: GA ČR GA401/03/0863 Institutional research plan: CEZ:AV0Z9009908 Keywords : state * ethical state * Hegel * Popper Subject RIV: AA - Philosophy ; Religion

  20. Por que Hume não é emotivista?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovani M. Lunardi

    2010-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2010v9n3p69 Na tradição filosófica contemporânea principalmente no âmbito da filosofia analítica, a filosofia moral de David Hume é considerada como legítima representante e precursora da Escola Emotivista. Para essa escola, Hume apresentou de forma definitiva com os argumentos da dicotomia ser/dever-ser (is/ought, suas críticas à metafísica e ao racionalismo, os campos e limites da moralidade. Assim, os emotivistas consideram que questões morais não podem ser derivadas de fatos ou, mais radicalmente, não teriam nenhuma base de racionalidade, sendo puramente manifestação das emoções e paixões. Nesse trabalho, apresentamos dificuldades para a interpretação emotivista e sustentamos que o princípio da simpatia (sympathy e a teoria do espectador judicioso (judicious spectator presentes na filosofia moral humeana oferecem suporte para uma interpretação alternativa.

  1. PALLIATIVE CARE: AN ALTERNATIVE TO ONCOLOGIC USERS OUT OF THERAPEUTICAL POSSIBILITIES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Patrícia B. Carvalho

    2012-09-01

    Full Text Available Objetivo: O presente estudo objetivou analisar a assistência da equipe de enfermagem aos usuários oncológicos fora de possibilidades terapêuticas (FPT do Home Care da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer. Métodos: Estudo descritivo de abordagem qualitativa. Foram utilizadas observações não participantes seguindo um roteiro pré-estabelecido e a utilização de roteiros de entrevistas semi-estruturadas. A amostra foi composta de cinco enfermeiros. Os dados foram analisados a partir da categorização de Minayo. Resultados: Percebe-se que existem alguns fatores dificultantes para a operacionalização efetiva da filosofia dos cuidados paliativos no Home Care, pois embora trabalhem num serviço que se deve orientar pelos princípios e filosofia deste cuidado, ainda encontramos concepções voltadas para um cuidado em busca da cura. Conclusão: Contudo, a localidade analisada oferece possibilidades que precisam ser vislumbradas na perspectiva de colocar em prática a filosofia dos cuidados paliativo.

  2. O tema da atenção no debate filosófico contemporâneo e sua importância na formação humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genivaldo de Souza Santos

    2015-05-01

    Full Text Available O tema da atenção faz parte de uma temática esquecida e não valorizada pela filosofia e por sua história na medida em que seus laços com os pressupostos fundamentais da filosofia moderna constituem sua identidade. Assim, o tema da atenção ganhou importância e foi recuperado por estudiosos da filosofia antiga que, numa espécie de desvio dos pressupostos modernos, perceberam que a filosofia em sua plenitude não poderia ser considerada apenas como uma produção/exposição de um sistema teórico desligado da experiência que fazemos no mundo, mas que ela deveria ser tomada como modo de viver que nos implica profundamente e que pode ser praticado, exercitado, tendo como finalidade uma espécie de autotransformação (trans-formação humana. Buscamos ir além do sentido epistemológico atribuído ao tema da atenção, para tomá-lo como um tema eminentemente ético, na medida em que implica uma atitude que procura a ação mais adequado à situação. Como nova temática que visa arejar o debate filosófico e pedagógico, carece de uma sistematização, o que buscaremos com este trabalho, elegendo como referência teórica a obra de Pierre Hadot (1999, 2003, 2009.

  3. Smrt Boha – smrt smrti. Hegelova spekulativní christologie

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Landa, Ivan

    2010-01-01

    Roč. 16, č. 1 (2010), s. 76-92 ISSN 1211-1872 R&D Projects: GA AV ČR(CZ) KJB900090902 Institutional research plan: CEZ:AV0Z90090514 Keywords : Hegel * death of God * religious epistemology * christology Subject RIV: AA - Philosophy ; Religion

  4. Mental Maps and Ethnocentrism: Geographic Characterizations in the Past.

    Science.gov (United States)

    Elliott, Harold M.

    1979-01-01

    Reexamines geographic thought regarding ethnocentrism as expressed in the writings including Ellen Churchill Semple, Hendrick Willem Van Loon, Ellsworth Huntington, Roswell C. Smith, J. Olney, Henry Thomas Buckle, Georg Friedrich Hegel, Johann Gottfried Von Herder, Charles de Montesquieu, Ibn Khaldun, and Hippocrates. (DB)

  5. Emotions and Understanding in Music. A Transcendental and Empirical Approach

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Kolman, Vojtěch

    2014-01-01

    Roč. 44, č. 1 (2014), s. 83-100 ISSN 0046-8541 R&D Projects: GA ČR(CZ) GA13-20785S Institutional support: RVO:67985955 Keywords : emotions * philosophy of music * idealism * Hegel * Wittgenstein * expectations * Brandom Subject RIV: AA - Philosophy ; Religion

  6. Popperi ärkamine / Marju Lepajõe

    Index Scriptorium Estoniae

    Lepajõe, Marju, 1962-

    2011-01-01

    Arvustus: Popper, Karl. Avatud ühiskond ja selle vaenlased. [I, Platoni lummus]. Tallinn : Eesti Keele Sihtasutus, 2010 ; Popper, Karl. Avatud ühiskond ja selle vaenlased. II köide, Prohvetluse kõrgaeg: Hegel, Marx ja järellainetused. Tallinn : Eesti Keele Sihtasutus, 2011

  7. On the dialectical foundations of mathematics

    NARCIS (Netherlands)

    Damsma, D.

    2008-01-01

    This paper tracks the systematic dialectical determination of mathematical concepts in Hegel's Encyclopädie der philosophischen Wissenschaften (1830, 1817) and investigates the insights that can be gained from such a perspective on the mathematical. To begin with, the determination of Numbers and

  8. Absenteísmo-doença segundo autorrelato de servidores públicos municipais em Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celeste de Souza Rodrigues

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é analisar o perfil de um conjunto de servidores públicos municipais que relataram, por ocasião de um inquérito, absenteísmo-doença nos últimos 12 meses. Em 2009 obteve-se uma amostra de 5.646 (14% do universo de 38.304 servidores municipais de Belo Horizonte. Um questionário foi disponibilizado em sítio da Internet, cuja entrada dependia do consentimento do respondente. Regressão de Poisson foi utilizada para determinar os fatores associados. A prevalência do absenteísmo-doença foi maior entre os servidores do sexo feminino (RP 1,12 e diminuiu com o aumento das faixas etárias: 30-39 anos (RP 0,79; 40-49 anos (RP 0,72; e 50 anos ou mais (RP 0,68. Absenteísmo-doença mostrou-se associado às atividades ligadas aos grupos de fiscalização e vigilância (RP 1,46, serviços gerais (RP 1,22, informação, educação e cultura (RP 1,50 e saúde (RP 1,50. As comorbidades mais presentes foram LER/Dort (RP 1,19, lombalgia (RP 1,16, depressão/ ansiedade (RP 1,20 e percepção de cansaço mental (RP 1,12. O relato de uso de medicação para depressão/ansiedade se mostrou fator protetor (RP 0,82. Maior probabilidade de transtorno mental (RP 1,23 segundo o SRQ20, insatisfação com a capacidade de trabalho (RP 1,08, condições razoáveis (RP 1,21 e condições precárias de trabalho (RP 1,19 foram associadas ao desfecho. Programas de promoção da saúde no trabalho visando a prevenção de comorbidades musculoesqueléticas e queixas psicossociais atenuariam as situações que provavelmente estão na origem do absenteísmo-doença.

  9. Kantisme i sentit comú en Francesc Xavier Llorens i Barba

    OpenAIRE

    Anglès Cervelló, Misericòrdia

    2009-01-01

    L’objectiu de l’article és analitzar quin sentit té el kantisme a la filosofia de Llorens i Barba. S’ha afirmat sovint que potser Llorens es va distanciar de Kant al final de la seva vida. Aquesta qüestió ens pot ocultar quelcom més important: el veritable significat dels elements d’ètica kantiana dins de la filosofia de Llorens. Mostrarem que la influència de Kant és clara, però que cal tenir present que deriva igualment de la principal font de Llorens, el filòsof escocès William Hamilton. P...

  10. A estratégia de kant para a fundamentação da metafísica dos costumes e o fato da razão

    OpenAIRE

    Santos, Melissa Regina Lentz dos

    2006-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. A presente pesquisa tem como proposta fundamental a investigação do argumento de Immanuel Kant (1724 # 1804) para a Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785), obra na qual, vemos o esforço do filósofo em explicitar e fundamentar o princípio ético por ele adotado, a saber, o imperativo categórico. Temos nas duas primeiras seções uma apresenta...

  11. Violència i memòria en Milan Kundera

    OpenAIRE

    Tafalla, Marta

    2007-01-01

    Partint de la filosofia de la memòria de TW Adorno, aquest article defensa la tesi deque la literatura té una major capacitat que la història o la filosofia per explicar Enquin consisteixen els règims totalitaris i per salvaguardar la memòria de les seves víctimes. Amb aquest propòsit, pren com a exemple la literatura de l'escriptor txec Milan Kundera yanaliza algunes de les seves obres, especialment El llibre del riure i l'oblit, La insoportablelevedad l'ésser i el seu assaig L'art de...

  12. A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO GREGO ANTIGO: DA INSPIRAÇÃO DAS MUSAS À COSMOLOGIA

    OpenAIRE

    Costa, Fabrício Lemos da

    2018-01-01

    Este ensaio tem objetivo de refletir sobre a evolução do pensamento grego sob a perspectiva da filosofia e do éthos, costumes, da época Hesiódica e Homérica, sobretudo o momento mítico-poético até a organização de novas discussões, cujo centro está na democracia da cidade-estado ateniense, onde a política exerce sua mais nobre capacidade ao mover ações coletivas: base da educação grega.Palavras- Chave: Cidade-estado, Pensamento Grego, Filosofia, Grécia Antiga.

  13. A TEORIA COGNITIVA HUMEANA: UMA RESPOSTA A KANT

    OpenAIRE

    de Holanda Pereira Campelo, Wendel

    2013-01-01

    Resumo Para Kant, as consequências lógicas do empirismo, seja com relação ao conhecimento ou à moral, só poderiam culminar no ceticismo radical. Tal interpretação acerca do empirismo clássico e, em particular, da filosofia de Hume, possui uma interessante genealogia, já que remonta à apropriação que houve na Alemanha da filosofia britânica e, em específico, dos filósofos escoceses do senso comum. Do ponto de vista kantiano, o empirismo é uma doutrina carente de um fundamento sólido, porque s...

  14. O Encheirídion de Epicteto: Edição Bilíngue

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo Lopes Dinucci

    2012-02-01

    Full Text Available Edição bilíngue do Encheirídion de Epicteto, obra do aluno de Epicteto (55-135 e cidadão romano de origem grega Lúcio Flávio Arriano de Nicomédia (86-160. Tal tradução, produzida por Aldo Dinucci (doutor em filosofia pela PUC-RJ e professor associado do Departamento de Filosofia da UFS e Alfredo Julien (doutor em história pela USP e professor adjunto do Departamento de História da UFS, foi financiada pelo CNPq (edital MCT/CNPq 02/2009 - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas.

  15. Uma releitura dos princípios montessorianos para o ensino de matemática nos anos finais do Ensino Fundamental

    OpenAIRE

    João Vicente Molon

    2015-01-01

    Em 1870, na Itália, nasce Maria Montessori. De uma criança e adolescente curiosa, surge uma mulher corajosa e com ideias à frente de seu tempo. Ingressa na Faculdade de medicina, tornando-se a primeira mulher a concluí-la em toda a Itália. Estuda filosofia, psicologia experimental e pedagogia na Faculdade de Filosofia da Universidade de Roma, voltando todos os seus esforços para a Educação. Após escrever livros e ministrar palestras sobre Educação, suas ideias percorrem o planeta e, hoje, são...

  16. Método ou sistema?: por uma metafísica local = Method or system?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    During, Elie

    2014-01-01

    Full Text Available Precisão, análise, enquete: estas noções carregam uma ideia da filosofia que mesmo os mais convencidos dos bergsonistas têm dificuldade para sustentar na prática, tão forte é a pressão que pesa sobre cada um para produzir uma filosofia identificável, suscetível de encontrar seu lugar no jogo dos sistemas. É que nas condições fixadas por Bergson, não poderia existir sistema senão “por provisão”, o tempo de uma questão

  17. O Método no Tempo e na Obra de Descartes e a Inspiração Matemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques de Jesus

    2017-02-01

    Full Text Available No presente artigo, aborda-se a questão do método, preâmbulo da filosofia cartesiana. Analisa-se a posição do método no tempo, na filosofia e no caminho intelectual de Descartes; a inspiração matemática: a influência da lógica, da análise dos antigos e da álgebra dos modernos, no que possuem de positivo e válido, sem os seus defeitos e limitações, na constituição do método.

  18. Il colore delle cose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vincenzo Vitiello

    2017-09-01

    Full Text Available Tema di questo saggio è l’operare della riflessione. Vitiello, dopo essersi soffermato sulla «frattura» tra la riflessione (il «vedersi» e il suo operare in Valéry, si concentra sul processo, descritto da Hegel nella Fenomenologia dello spirito, dell’esperienza della coscienza che s’eleva a coscienza dell’esperienza. La conclusione è fortemente critica: Hegel fallisce la mèta nel punto stesso in cui la raggiunge. Infatti nel sapere assoluto, nella visione compiuta, perfetta di sé, della luce che vede luce, viene meno proprio l’esperienza della coscienza, il suo divenire, la sua «imperfezione». La critica a Hegel, passando attraverso Nietzsche, si amplia a critica del linguaggio, in particolare del linguaggio dell’«essere» e  dell’«è», e delle tautologie heideggeriane quali «das Ereignis ereignet», «das Ding dingt», «die Welt weltet». Un importante passaggio del testo è quello sul linguaggio teatrale in cui la parola sembra riacquistare il legame originale tra la voce e il gesto, che tuttavia restano divisi, perché proprio il medio che li lega, il «colore» della parola, è «fuori» della parola e del gesto. Resta la parola dell’agire, dei pragmata, in cui il fare si espone nella sua modalità più propria: nell’immediatezza del patire: il grido di dolore; o nella mediatezza riflessiva dell’imperativo morale: Handle! I due opposti «colori» delle cose.

  19. El problema de la conciencia en Los errores de José Revueltas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evodio Escalante Betancourt

    2014-07-01

    Full Text Available Los errores es la gran novela que José Revueltas estaba destinado a escribir. En ella se concentra su etapa de madurez intelectual, filosófica y literaria. “El hombre es un ser erróneo y en eso radica su condición trágica” —dice Jacobo Ponce, personaje de la novela y alter ego de Revueltas. Reducir el error al grueso del ínfimo diámetro de un cabello, puesto en dimensiones cósmicas, se revela como un abismo puesto en relación con la categoría de saber absoluto que prefigura G. W. F. Hegel en su Fenomenología del espíritu. En este breve ensayo se da cuenta de las reflexiones intelectuales de Revueltas en torno a los postulados sobre la autoconciencia y el saber absoluto de Hegel. Los errores it’s the great novel that Revueltas was bound to write some day. It reveals his intellectual, philosophical and literary maturity. In words of Jacobo Ponce —character in the novel and alter ego of Revueltas itself—: “the man is erroneous by nature; here’s within his own tragedy”. Diminish the error up to the thickness of a capillar hair’s wide, in cosmic measures, means and reveals a huge gap facing the absolute knowledge coined by H.W. Hegel itself. So, in this brief essay Revueltas utter’s his owns intellectual thoughts bounding self-awareness and total knowledge within Hegel’s mind.

  20. The Heritage of German Idealism in Kierkegaard

    DEFF Research Database (Denmark)

    Lundsgaard-Leth, Kresten

    En redegørelse for og diskussion af motiver fra den tyske idealisme (især fra Kant, Fichte og Hegel) i Etikerens brev om "Ligevægten mellem det Æsthetiske og Ethiske i personlighedens udarbejdelse" i Enten-Eller....