WorldWideScience

Sample records for fatores contribuintes para

  1. Estudos dos Fatores Contribuintes para a Mortalidade das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Arraes Alvarenga

    2016-06-01

    Full Text Available As microempresas estão assumindo cada vez mais um papel relevante na sociedade, tanto na geração de emprego e renda, quanto na identificação de nichos de mercado não identificados pelas grandes corporações. Contudo, ano após ano um número expressivo dessas empresas encerram suas atividades. Nesse sentido, o objetivo desse estudo foi identificar e caracterizar as causas que contribuíram para a mortalidade das microempresas do Estado do Maranhão no período de 2005 a 2011. Diante disso, esta pesquisa está classificada como explicativa e descritiva, face a busca pela identificação dos fatores que determinaram o encerramento das atividades, bem como a descrição das características dos proprietários dessas organizações. A amostra estudada foi de 3.752 empresas, frente a uma população de 39.039. E, para viabilizar economicamente a pesquisa, utilizou-se como estratégia para a coleta de dados um Call Center cedido por uma concessionária localizada em Bacabal – MA. Após dois meses efetuando no mínimo duas ligações para cada empresário, foi possível concluir que das 10 hipóteses testadas, 6 tiveram participação decisiva no processo de falência das empresas estudadas.Ao final, fez-se recomendações para novos estudos, recomendando-se um estudo que busque identificar qual atividade o empresário exerce após ter seu empreendimento encerrado.

  2. Fatores contribuintes para o sofrimento psíquico em âmbito psiquiátrico para a equipe de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glaudston Silva de Paula

    2012-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO As relações entre saúde mental e trabalho despontaram a partir da década de 1970 como marco fundamental da nova abordagem da Saúde do Trabalhador.1 O trabalho de enfermagem tem se apresentado como forma de prazer, mas, também de sofrimento. Apresenta-se como fonte de prazer quando traz satisfação pessoal, quando o profissional desenvolve suas potencialidades humanas através de seu ofício e sente-se útil a sociedade. No entanto, quando existe submissão repressão, o trabalho passa a ser uma mercadoria ou mero serviço prestado, podendo haver repressão das potencialidades humanas, gerando insatisfação, angústia e sofrimento psíquico. OBJETIVO Descrever os fatores contributivos para o sofrimento psíquico da equipe de enfermagem em âmbito psiquiátrico.   MÉTODO Pesquisa de cunho descritiva, com abordagem qualitativa realizada por meio de pesquisa de campo, localizada no município do Estado do Rio de Janeiro, especializada em transtornos mentais, aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Clínica da Gávea sob CAAE nº 02/2009. Foram selecionados 41 profissionais de quadro de enfermagem de todas as categorias, sem critério de exclusão. O instrumento utilizado foi o formulário estruturado com questões abertas e fechadas. Na categorização dos dados empíricos, foram utilizados os passos de Minayo: 2 ordenamento dos dados, classificação dos dados e análise final. RESULTADOS E DISCUSSÃO Em relação ao perfil dos sujeitos, dos 41 participantes, 52% são solteiros e 48% são casados. No que se refere à pater-maternidade, 51,0% dos entrevistados não possuem filhos. No que concerne ao grau de instrução, dividem-se em dois grupos, no qual a prevalência é o nível técnico com 95,0% e o grupo de nível superior que totalizam 5,0%. Foram geradas duas categorias que serão expostas a seguir. Fatores ocupacionais e interpessoais contributivos para o estresse e o sofrimento psíquico O sofrimento mental

  3. INOVAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES DE ENSINO: FATORES CONTRIBUINTES E DESEMPENHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Favio Akiyoshi Toda

    2015-06-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo avaliar a adoção de inovações sob a perspectiva de fatores internos às organizações, examinando a relação da inovação com a liderança transformacional e o clima organizacional de suporte à inovação. O método de pesquisa adotado foi a survey. A população-alvo do estudo consistiu de 358 escolas municipais do Rio de Janeiro; a amostra final consistiu de 102 escolas, tendo respondido ao questionário 1099 professores e 140 diretores. Os resultados, usando modelagem de equações estruturais, mostraram o efeito da liderança sobre o clima organizacional de suporte à criatividade e inovação, e deste, por sua vez, sobre o desempenho inovador da organização. O estudo contribui para o entendimento da inovação em organizações burocráticas e estruturas mecanísticas.

  4. Aliados do A. Aegypti: fatores contribuintes para a ocorrência do dengue segundo as representações sociais dos profissionais das equipes de saúde da família Allies of A. Aegypti: factors contributing to the occurrence of dengue according to social representations of professionals of family health teams

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Barbosa Reis

    2013-02-01

    Full Text Available Historicamente as políticas de saúde e as ações de combate ao dengue são pautadas no controle vetorial, com atividades de campo, deixando em segundo plano as atividades de educação em saúde. Conhecer as representações sociais de profissionais de unidades de saúde da família, sobre os fatores que contribuem para a manutenção dos índices de ocorrência do dengue é o objetivo desta pesquisa de forma a contribuir para a melhoria da comunicação entre profissionais de saúde e população, visando o controle da doença. Foi realizado estudo qualitativo com profissionais da estratégia de saúde da família de seis municípios selecionados, sendo os dados tabulados pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados mostraram quatro discursos referentes a aspectos que foram levantados através da pergunta sobre qual a causa da ocorrência de dengue. Conclui-se que os profissionais atribuem à população parte importante da responsabilidade pela ocorrência do dengue, mas também observam a falta de estrutura e organização dos serviços, bem como percebem dificuldades para que ocorra a mudança dos comportamentos observados com os recursos disponíveis.Historically, health policies and actions to combat dengue have been based on vector control and field activities, while neglecting health education activities. Establishing the social representations of family health unit professionals about the factors that contribute to the sustained level of the occurrence rates of dengue is the scope of this research, in order to contribute to improved communication between health professionals and citizens, seeking to control the disease. A qualitative study was conducted with family health strategy professionals in six selected cities, with data tabulated by the Collective Subject Discourse technique. The results showed four discourses about the issues that were raised by the question of what caused the incidence of dengue. The

  5. Fatores contribuintes aos acidentes aeronáuticos Factores contribuyentes de accidentes aeronáuticos Contributive factors to aviation accidents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Fajer

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar os resultados de investigações de acidentes aeronáuticos brasileiros do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa com os do sistema de análise e classificação de fatores humanos (Human Factors Analysis and Classification System - HFACS. Foram analisados e comparados os relatórios finais de 36 investigações de acidentes aeronáuticos ocorridos entre 2000 e 2005, no estado de São Paulo. Foram mencionados 163 fatores contribuintes dos acidentes aeronáuticos nos relatórios do Cenipa, enquanto 370 foram identificados por meio do HFACS. Conclui-se que as análises do Cenipa não contemplaram fatores organizacionais associados aos acidentes aéreos.El objetivo del estudio fue comparar los resultados de investigaciones de accidentes aeronáuticos brasileños del Centro de Investigación y Prevención de Accidentes Aeronáuticos (CENIPA con los del sistema de análisis y clasificación de factores humanos (Human Factors Analysis and Classification System - HFACS. Se analizaron y compararon los informes finales de 36 investigaciones de accidentes aeronáuticos ocurridos entre 2000 y 2005, en el estado de Sao Paulo, Sureste de Brasil. Se mencionaron 163 factores contribuyentes de accidentes aeronáuticos en los informes del CENIPA, mientras que 370 fueron identificados por medio del HFACS. Se concluye que los análisis del CENIPA no contemplaron factores organizacionales asociados con los accidentes aéreos.The objective of the study was to compare the results of aviation accident analyses performed by the Center for Investigation and Prevention of Aviation Accidents (CENIPA with the method Human Factors Analysis and Classification System (HFACS. The final reports of thirty-six general aviation accidents occurring between 2000 and 2005 in the State of São Paulo, Southeastern Brazil were analyzed and compared. CENIPA reports mentioned 163 contributive factors, while HFACS

  6. Os fatores intrínsecos ao ambiente de trabalho como contribuintes da síndrome de burnout em profissionais de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula da Cunha

    2012-04-01

    Full Text Available O burnout é uma síndrome identificada como um conjunto de manifestações físicas e emocionais característica de profissionais que se dedicam às necessidades de outras pessoas, sendo constituído pelas seguintes dimensões: exaustão emocional, despersonalização e baixa realização no trabalho. Vale destacar que os enfermeiros apresentam alto risco de desenvolver o burnout devido ao trabalho exercido diariamente. O estudo tem como objetivos identificar e analisar a produção científica sobre os fatores do ambiente de trabalho que favorecem o surgimento da síndrome de burnout em profissionais de enfermagem. Este estudo possui como abordagem metodológica a análise exploratória, fundamentada na revisão bibliográfica.  A pesquisa exploratória tem como intuito tornar algo mais explícito, tornando determinado tema mais familiar, onde se procura amadurecer um conceito. No que tange à revisão bibliográfica é a forma de analisar-se como determinado assunto está sendo evidenciado na comunidade científica. Resultados: Os fatores do ambiente de trabalho que influenciam no desenvolvimento da síndrome de burnout mais encontrados nos estudos analisados foram: sobrecarga de trabalho (24%, condições de trabalho inadequadas (22%, relação interpessoal conflituosa (19%, falta de expectativa profissional (13%, falta de autonomia e ambiguidade de funções (9% e insatisfação salarial (4%. Conclusão: Após a análise dos artigos, percebe-se que os fatores que influenciam no desenvolvimento da síndrome de burnout são a sobrecarga de trabalho, as condições de trabalho inadequadas, as relação interpessoal conflituosa, a falta de expectativa profissional, pouca autonomia profissional, a ambiguidade de funções e a insatisfação salarial. Desta forma, é necessário diversificar as rotinas, diminuir a carga horária, melhorar a relação interpessoal, melhorar as condições de trabalho, aperfeiçoar o profissional e delimitar as

  7. Fatores que promovem discordâncias entre fisco e contribuinte a respeito da comprovação de hedge

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ralph Melles Sticca

    2013-01-01

    Full Text Available El trabajo investiga factores que promueven el desacuerdo entre las autoridades fiscales y los contribuyentes sobre la comprobación de hedge en las operaciones financieras, requisito legal para la deducibilidad de las pérdidas en el cálculo del impuesto sobre la renta. Caso de estudio en empresa exportadora actuada por la RFB en 2008 demostró que la exposición comprobada al riesgo ex-ante de variación de precios de commodities y de cambio no fue suficiente para evitar el aumento en las pérdidas por su carácter no deducible gracias a la ausencia de criterios contables y de gestión estandarizados, constatación corroborada por investigación documental y por análisis de contenido de las decisiones de la RFB sobre el tema desde 1999 hasta 2010.

  8. Sludge como fator de risco para prematuridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Kazuko Watanabe

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: O trabalho de parto prematuro (TPP é um grave problema de saúde pública devido à elevada morbidade e mortalidade neonatal.Como fatores de risco,destacam-se o baixo nível socioeconômico,nutrição inadequada,extremos de idade,estresse físico e psicológico,tabagismo e drogas ilícitas.Intecorrências como incompetência cervival,placenta de inserção baixa,descolamento prematuro de placenta,polidramnio,gemelaridade, rotura prematura de membranas,história prévia de parto prematuro são causas obstétricas e ginecológicas. Dentre as infecções,a corioamnionite é uma das mais importantes.A prevenção e a predição da prematuridade têm sido alvo de pesquisas através de métodos clínicos, bioquímicos e ultrassonográficos. À ultrassonografia(US,a medida do comprimento de colo uterino com transdutor vaginal(TV e a pesquisa do eco glandular endocervical auxiliam na predição do parto prematuro. Outro sinal ultrassonográfico que parece estar associado à infecção e à prematuridade é o sludge,um agregado espesso de partículas no líquido amniótico próximo ao orifício interno do colo uterino.A associação sludge e colo curto(menor que 25mmaumenta o risco de TPP. Objetivo/Metodologia: apresentamos um caso de sludge em gestante com 16 semanas e antecedente de TPP. Relato de caso:TPDA,24anos,secundigesta primípara(natimorto com 29 semanas,realizou USTV devido a colo entreaberto ao toque vaginal e ao passado obstétrico. Ao exame,visualizou-se sludge e colo medindo 3,8cm de comprimento. Foi internada para tratamento com Clindamicina e Cefalexina via oral por 10 dias.Exames de urina I, hemograma e proteína C reativa normais na internação. Alta após 5 dias,com acompanhamento semanal e prescrição de progesterona 200mg via vaginal. Conclusão: o sludge é um sinal preditor de prematuridade.

  9. Pequenos para idade gestacional: fator de risco para mortalidade neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida Márcia Furquim de

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as variáveis contempladas na Declaração de Nascimento (DN como possíveis fatores de risco para nascimentos pequenos para a idade gestacional (PIG e o retardo de crescimento intra-uterino como fator de risco para a mortalidade neonatal. MATERIAL E MÉTODO: As variáveis existentes na DN foram obtidas diretamente de prontuários hospitalares. Os dados referem-se a uma coorte de nascimentos obtida por meio da vinculação das declarações de nascimento e óbito, correspondendo a 2.251 nascimentos vivos hospitalares, de mães residentes, ocorridos no Município de Santo André, Região Metropolitana de São Paulo, no período de l/1 a 30/6/1992, e aos óbitos neonatais verificados nessa coorte. RESULTADOS: Obteve-se a proporção de 4,3% de nascimentos PIG, significativamente maior entre os recém-nascidos de pré-termo e pós-termo, entre os nascimentos cujas mães tinham mais de 35 anos de idade e grau de instrução inferior ao primeiro grau completo. Os recém-nascidos PIG apresentam maior risco de morte neonatal que aqueles que não apresentavam sinais de retardo de crescimento intra-uterino. CONCLUSÕES: Em áreas com menor freqüência de baixo peso ao nascer, é importante investigar a presença de retardo de crescimento intra-uterino entre os nascimentos prematuros e não apenas nos nascimentos de termo. O registro da data da última menstruação (ou da idade gestacional em semanas não agregadas na DN facilitaria a detecção de PIGs na população de recém-nascidos.

  10. Operações de Paz: novos mandatos e suas implicações para os países contribuintes com tropas * Peace operations: new mandates and their implications for troops contributing countries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SÉRGIO LUIZ CRUZ AGUILAR

    2015-03-01

    Full Text Available Resumo: O artigo apresenta as alterações nas operações de paz contemporâneas conduzidas pela Organização das Nações Unidas (ONU e suas implicações para o Brasil. Baseada em bibliografia sobre o assunto e documentos das Nações Unidas o texto apresenta o apoio conceitual e jurídico para a implementação dessas operações e descreve a evolução dos mandatos e do uso da força pelo componente militar. Com base nas alterações recentes, o texto discorre sobre tendências na aprovação e condução das operações e suas implicações para os países contribuintes com tropa. Palavras-chave: Operações de Paz; Nações Unidas; Segurança Internacional. Abstract: The article presents the changes in contemporary peacekeeping operations conducted by the United Nations (UN in a historical perspective and its implications for the troops contributing countries. Based on literature of the subject and UN documents the text presents the conceptual and legal support for the implementation of these operations and describes the evolution of mandates and the use of force by the military component. Based on recent changes, we discuss trends in the approval and conduct of operations and their implications for the troops contributing countries.Keywords: Peace Operations; United Nations; International Security.

  11. Fatores de risco para retinopatia diabética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boelter Maria Cristina

    2003-01-01

    Full Text Available A retinopatia diabética (RD é uma complicação crônica do diabete melito (DM que, após 20 anos de duração de diabete melito, ocorre em 99% dos pacientes com diabete melito tipo 1 e em 60% dos pacientes com diabete melito tipo 2, sendo a principal causa de cegueira em adultos. Níveis de glicose e pressão arterial elevados, junto com longo tempo de duração do DM, são os principais fatores de risco. Os fatores de risco para retinopatia diabética podem ser classificados como genéticos e não genéticos, onde estão incluídos aqueles relacionados ou não ao diabete melito, ambientais e oculares. O controle dos fatores de risco conhecidos e o tratamento adequado são a principal base do manejo da retinopatia diabética. O objetivo desta revisão é fornecer ao oftalmologista uma informação atualizada destes fatores, com ênfase no aspecto preventivo de perdas visuais no paciente com diabete melito.

  12. Fatores de risco para queimaduras severas na infância

    OpenAIRE

    Guilherme Loureiro Werneck

    1992-01-01

    Este é um estudo caso-controle para investigar fatores de risco para queimaduras severas na infância. As histórias de exposição das crianças com queimaduras severas internadas em dois centros de referência para tratamento desta patologia foram comparadas com a de controles hospitalares. Os principais fatores associados com maior risco de queimaduras severas na infância foram baixo nível sócio-econômico e - após ajuste para este fator - multiparidade, aglomeração, ausência e excesso de supervi...

  13. Fatores de risco para nascimento de crianças pequenas para idade gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Krusser Zambonato

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores de risco para o nascimento de crianças pequenas para a idade gestacional. MÉTODOS: Nos meses de outubro a dezembro de 1996, cinco maternidades de Pelotas, RS, foram visitadas diariamente para entrevistar puérperas. O peso ao nascer foi obtido do registro dos berçários. A idade gestacional foi calculada a partir da data da última menstruação. Considerou-se como pequena para a idade gestacional (PIG aquelas crianças cujo peso ao nascer, de acordo com o sexo e a idade gestacional, estava abaixo do percentil 10 da população de referência de Williams. O teste qui-quadrado foi usado nas análises bivariadas e a regressão logística, não-condicional, na análise multivariada. RESULTADOS: Foram estudadas 1.082 puérperas e a prevalência de nascimento PIG foi de 13,1%. Mesmo após controle para possíveis fatores de confusão, as crianças cuja renda familiar era ³10 salários-mínimos. Um pré-natal de baixa qualidade também aumentou a chance de PIG (OR: 3,28 IC95% 1,09-9,91. Baixa estatura materna e exposição ao tabaco também estiveram associados com nascimentos PIG. CONCLUSÕES: O baixo nível socioeconômico, tabagismo materno, estatura materna e pré-natal de baixa qualidade foram os principais fatores de risco para PIG.

  14. Fatores de risco para nascimento de crianças pequenas para idade gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zambonato Ana Maria Krusser

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores de risco para o nascimento de crianças pequenas para a idade gestacional. MÉTODOS: Nos meses de outubro a dezembro de 1996, cinco maternidades de Pelotas, RS, foram visitadas diariamente para entrevistar puérperas. O peso ao nascer foi obtido do registro dos berçários. A idade gestacional foi calculada a partir da data da última menstruação. Considerou-se como pequena para a idade gestacional (PIG aquelas crianças cujo peso ao nascer, de acordo com o sexo e a idade gestacional, estava abaixo do percentil 10 da população de referência de Williams. O teste qui-quadrado foi usado nas análises bivariadas e a regressão logística, não-condicional, na análise multivariada. RESULTADOS: Foram estudadas 1.082 puérperas e a prevalência de nascimento PIG foi de 13,1%. Mesmo após controle para possíveis fatores de confusão, as crianças cuja renda familiar era superscript three10 salários-mínimos. Um pré-natal de baixa qualidade também aumentou a chance de PIG (OR: 3,28 IC95% 1,09-9,91. Baixa estatura materna e exposição ao tabaco também estiveram associados com nascimentos PIG. CONCLUSÕES: O baixo nível socioeconômico, tabagismo materno, estatura materna e pré-natal de baixa qualidade foram os principais fatores de risco para PIG.

  15. Coping, fatores psicossociais e capacidade para o trabalho

    OpenAIRE

    Ramos, Marco António Ferreira

    2014-01-01

    O coping desempenha um importante papel na saúde individual e rendimento organizacional. Tal como o coping é um tema de interesse recente e promissor na área da psicologia da saúde ocupacional, também os fatores psicossociais do trabalho têm ganho um crescente interesse no domínio da saúde ocupacio-nal. No entanto, pouco se sabe acerca das configurações de coping mais salu-togénicas no mundo do trabalho, e menos ainda acerca da participação dos fatores psicossociais na definição das mesmas. E...

  16. Direitos fundamentais dos contribuintes como limitação ao poder de tributar

    OpenAIRE

    Lima Neto, Manoel Cavalcante de

    2004-01-01

    O presente trabalho tem por finalidade contribuir para uma construção dos direitos fundamentais dos contribuintes como limitação ao poder de tributar. Para tanto, busca subsídio na teoria genérica dos direitos fundamentais que se acha amplamente consolidada na seara da Teoria Geral do Direito e do Direito Constitucional, extraindo desses ramos do conhecimento conceitos que se mostram aplicáveis na área do Direito Tributário. A conversão afigura-se facilitada, diante do nível el...

  17. Fatores de risco para dependência de álcool em adolescentes

    OpenAIRE

    Rozin, Leandro; Zagonel, Ivete Palmira Sanson

    2012-01-01

    OBJETIVO: Identificar os fatores de risco para dependência do álcool na adolescência. MÉTODOS: Revisão integrativa com 21 artigos publicados entre 2000 e 2009, capturados nas bases de dados LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS com as palavras-chave: adolescência, risco para dependência e álcool. RESULTADOS: Há evidências de que o álcool é a droga mais consumida por adolescentes, com início entre 14 a 16 anos. Os fatores de risco para dependência estão relacionados ao início precoce do uso, ...

  18. Uso de fator VII recombinante ativado para tratamento e profilaxia de grandes sangramentos

    OpenAIRE

    Vince,Flávio Augusto Henriques; Brandão,Maria José Nascimento

    2009-01-01

    INTRODUÇÃO: O fator VII recombinante ativado (rFVIIa) é uma proteína produzida por engenharia genética, cuja estrutura é muito semelhante à do fator VII intrínseco ativado (FVII). Sua ação se baseia no conhecimento do mecanismo de coagulação in vivo agindo na ativação direta do fator X resultando em formação independente de trombina no local da lesão e contribuindo dessa forma para formação de coágulo estável de fibrina sem a ação dos fatores VIII e IX. MÉTODOS: Foi realizada ampla revisão da...

  19. Fatores preditores para hipocalcemia pós-tireoidectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Andrade Sousa

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a incidência e os fatores preditores da hipocalcemia e hipoparatireodismo definitivo pós-tireoidectomia. MÉTODOS: Foi dosado cálcio iônico no pré e no pós-operatório (primeiro, segundo e 30ºdia em 333 pacientes submetidos à tireoidectomia. Naqueles que apresentaram hipocalcemia, as dosagens foram feitas também aos 90 e 180 dias de pós-operatório, quando se dosou também o paratormônio. Os pacientes foram agrupados segundo a presença ou ausência de hipocalcemia e avaliados segundo idade, sexo, função tireoidiana, volume tireoidiano, número de paratireoides identificadas e necessidade de reimplante de paratireoides, tipo de operação, tempo operatório e diagnóstico histopatológico. RESULTADOS: A incidência de hipocalcemia temporária foi de 40,8% (136 pacientes, e hipoparatireoidismo definitivo de 4,2% (14 pacientes. Tireoidectomia total ou reoperação, esvaziamento cervical, hipertireoidismo, tempo operatório e idade acima de 50 anos foram fatores determinantes de incidência significativamente maior de hipocalcemia e hipoparatireodismo definitivo (p50 anos, tireoidectomia total, reoperação, esvaziamento cervical e tempo operatório. Os fatores preditores do hipoparatireoidismo definitivo pós-tireoidectomia incluíram tipo de operação, diagnóstico histológico e hipertireoidismo.

  20. Fatores de risco para o despertar intraoperatório

    OpenAIRE

    Nunes, Rogean Rodrigues; Porto, Victor Camarão; Miranda, Vivianne Trevia; Andrade, Nayanna Quezado de; Carneiro, Lara Moreira Mendes

    2012-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O despertar intraoperatório, evento adverso na anestesia geral, pode ocorrer em cerca de 20.000 casos por ano, o que em si justifica o estudo dos fatores de risco deste evento. O objetivo deste estudo foi fazer uma revisão sobre o tema com a finalidade de diminuir a incidência do despertar intraoperatório e das sequelas psicológicas decorrentes deste incidente, que podem resultar em síndrome de estresse pós-traumático com repercussões negativas sobre o desempenho so...

  1. FATORES DE RISCO PARA A MATERNIDADE ENTRE ADOLESCENTES VIVENDO COM HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Vescovi

    2016-07-01

    Full Text Available O presente estudo buscou identificar os fatores de risco para a vivência da gestação e maternidade em jovens vivendo com HIV. Realizou-se um estudo qualitativo de casos múltiplos com três jovens HIV+ (17 a 19 anos, primíparas, com bebês de 4 a 6 meses, recrutadas em serviços especializados de Porto Alegre, Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada e questionários de apoio social e adesão ao tratamento. Identificaram-se como fatores de risco para maiores dificuldades na vivência da gestação/maternidade: descoberta da soropositividade durante a gestação, baixa adesão ao tratamento antirretroviral e não realização desse tratamento pelo parceiro, além de dificuldades enfrentadas nos serviços de saúde. Os achados indicam a necessidade de busca ativa de adolescentes gestantes/mães que vivem com HIV e de inclusão do companheiro no seu acompanhamento de saúde, a fim de minimizar o impacto desses fatores de risco e facilitar a transição para a maternidade.

  2. Pequenos para idade gestacional: fator de risco para mortalidade neonatal Small for gestational age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Furquim de Almeida

    1998-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as variáveis contempladas na Declaração de Nascimento (DN como possíveis fatores de risco para nascimentos pequenos para a idade gestacional (PIG e o retardo de crescimento intra-uterino como fator de risco para a mortalidade neonatal. MATERIAL E MÉTODO: As variáveis existentes na DN foram obtidas diretamente de prontuários hospitalares. Os dados referem-se a uma coorte de nascimentos obtida por meio da vinculação das declarações de nascimento e óbito, correspondendo a 2.251 nascimentos vivos hospitalares, de mães residentes, ocorridos no Município de Santo André, Região Metropolitana de São Paulo, no período de l/1 a 30/6/1992, e aos óbitos neonatais verificados nessa coorte. RESULTADOS: Obteve-se a proporção de 4,3% de nascimentos PIG, significativamente maior entre os recém-nascidos de pré-termo e pós-termo, entre os nascimentos cujas mães tinham mais de 35 anos de idade e grau de instrução inferior ao primeiro grau completo. Os recém-nascidos PIG apresentam maior risco de morte neonatal que aqueles que não apresentavam sinais de retardo de crescimento intra-uterino. CONCLUSÕES: Em áreas com menor freqüência de baixo peso ao nascer, é importante investigar a presença de retardo de crescimento intra-uterino entre os nascimentos prematuros e não apenas nos nascimentos de termo. O registro da data da última menstruação (ou da idade gestacional em semanas não agregadas na DN facilitaria a detecção de PIGs na população de recém-nascidos.INTRODUCTION: Variables of birth certificates were analysed as risk factors of SGA (Small for Gestational Age infantis, and with a view to discovering if retarded intra-uterine growth was a risk factor neonatal mortality. MATERIAL AND METHOD: Data were obtained directly from 11 hospital medical records. A cohort of 2.251 hospital live births was obtained. Linkage of the death and birth certificates was undertaken to identify the neonatal deaths. The

  3. Fatores de Risco para Infecção Pós-Craniotomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Palmer Irffi

    2016-10-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: A infecção pós-craniotomia é um risco real para a recuperação do paciente, com aumento da morbimortalidade e, também, dos custos para o sistema de saúde. Com uma alta incidência de complicações, chegando a até 11%, é importante ter noção dos fatores de risco desse procedimento a fim de melhorar a qualidade do atendimento e da recuperação do paciente. Dessa forma, o objetivo desse artigo é definir o risco de infecção nesse procedimento; indicar a incidência de infecção de sítio cirúrgico e de meningite; apontar os principais fatores de risco; e calcular a taxa de óbito de craniotomia. Métodos: O estudo foi uma coorte retrospectiva em seis hospitais de Belo Horizonte por um período de dez anos. Dados foram colhidos e analisados buscando resultados relacionados à incidência e aos fatores de risco pós-craniotomia. Resultados: As infecções globais têm uma incidência de 8,8%, as infecções de sítio cirúrgico de 5,1% e as meningites de 2,3%. A taxa de letalidade está em 8,3%. Conclusão: Os principais fatores de risco são o escore American Society of Anesthesiologists (ASA > 2 e o uso de próteses; o uso de anestesia geral se mostrou um fator protetor em relação ao desenvolvimento de infecções.

  4. A construção de um instrumento de medida para o fator neuroticismo/estabilidade emocional dentro do modelo de personalidade dos cinco grandes fatores

    OpenAIRE

    Carlos Henrique Sancineto da Silva Nunes

    2000-01-01

    Esta pesquisa teve como objetivo construir e validar uma escala para avaliação do fator neuroticismo/estabilidade emocional. Neuroticismo é uma dimensão da personalidade humana, no modelo dos cinco grandes fatores, que se refere ao nível crônico de ajustamento e instabilidade emocional. Um alto nível de neuroticismo identifica indivíduos propensos a sofrimento psicológico que podem apresentar altos níveis de ansiedade, depressão, hostilidade, vulnerabilidade, autocrítica, impulsividade, baixa...

  5. Fatores de risco para o câncer de colo do útero em mulheres reclusas

    OpenAIRE

    Anjos, Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos; Ribeiro, Samila Gomes; Lessa, Paula Renata Amorim; Nicolau, Ana Izabel Oliveira; Vasconcelos, Camila Teixeira Moreira; Pinheiro, Ana Karina Bezerra

    2013-01-01

    Objetivou-se identificar os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de colo uterino em mulheres reclusas. Estudo descritivo, de corte transversal, realizado em um instituto penal feminino cearense. A seleção da amostra do estudo ocorreu de acordo com a disponibilidade de presidiárias no momento da coleta, totalizando 36 reclusas. Referente aos riscos para o câncer cervical, 16 mulheres (44,5%) eram tabagistas, 24 (70,5%) já fizeram uso do contraceptivo oral por um tempo médio de 46 ...

  6. Fatores motivacionais para a prática de dança em meninas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Alfeu Santos

    2010-11-01

    Full Text Available A dança e uma importante aliada para que a crianças se desenvolva tanto física quanto psicologicamente, utilizando-se de meio prazerosos e divertidos para isso. Desta forma, tem-se como objetivo analisar os fatores motivacionais que levam meninas entre sete e dez anos a praticarem dança Jazz. Este estudo caracterizou-se como uma pesquisa qualitativa. A amostra foi composta por 10 crianças do sexo feminino integrantes de uma turma de jazz existente a dois anos em um clube social do município de Irati-PR, localizado no estado do Paraná. A escolha da turma foi intencional devido ao fato de ser a única na cidade. Os métodos utilizados como instrumentos de análise foram o inventário de motivação para prática desportiva da Gaya e Cardoso (1998 composto por 19 questões subdivididas em três categorias: competência despostiva, saúde, amizade/lazer, juntamente um diário escrito pelas próprias participantes da amostra. O programa Microsoft Excel 2oo7 foi empregado na análise estatística onde verificou-se a distribuição percentual das respostas.Os resultados indicaram que fatores relacionados a saúde são considerados de maior importância para as meninas,trechos do diário também relatam essa preocupação e mostram o gosto pela dança Jazz ,em oposição a isso fatores relacionados a amizade/lazer e a competência desportiva foram consideradas por elas como sendo de menor importância.

  7. Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coutinho Evandro da Silva Freire

    2002-01-01

    Full Text Available Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR, ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30 e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05, e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80. Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 < p < 0,10. Os dados deste estudo apontam para a necessidade de ponderar os riscos e benefícios no uso de medicamentos em idosos, e orientar tais indivíduos e seus familiares para evitar esses acidentes quando o uso desses medicamentos é necessário.

  8. Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro da Silva Freire Coutinho

    Full Text Available Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR, ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30 e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05, e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80. Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 < p < 0,10. Os dados deste estudo apontam para a necessidade de ponderar os riscos e benefícios no uso de medicamentos em idosos, e orientar tais indivíduos e seus familiares para evitar esses acidentes quando o uso desses medicamentos é necessário.

  9. Fatores de Atratividade: Abordagem Sedutora para Conquistar Ingressos no Curso de Secretariado Executivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Karina Reis

    2014-04-01

    Full Text Available A profissão de Secretariado Executivo tem ganhado destaque no Brasil e no mundo. As Instituições de Ensino Superior – IES precisam estar preparadas para acompanhar as tendências em virtude do crescimento e contínuo reconhecimento da profissão secretarial, com intuito de capacitar e qualificar os alunos para desempenharem suas funções no mercado de trabalho. Partindo do pressuposto de que estratégias de comunicação são meios de persuadir o público-alvo e determinar atitudes, a pesquisa qualitativa se baseou em entrevistas em profundidade com graduandos e análise de conteúdo dos discursos para identificar os fatores de atratividade do curso de Secretariado Executivo Trilíngue da Universidade Federal de Viçosa, MG. Como contribuições, a discussão analítica suportou o delineamento de características importantes para subsidiar a comunicação de marketing da coordenação para atrair estudantes para o curso, por meio da compreensão da comunicação como instrumento de divulgação das atividades e dos desafios para os estudantes e os profissionais da área.

  10. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annick Fontbonne

    2001-03-01

    Full Text Available No perfil etnoepidemiológico da comunidade dos Índios Pankararus - interior do Estado de Pernambuco -, as parasitoses intestinais representam importante problema de saúde pública, por atingir a quase totalidade da população. A fim de conhecer possíveis fatores de risco ambientais deste quadro, utilizou-se parte da base de dados do inquérito original para relacionar as condições de moradia ao número de parasitas diferentes verificado entre seus moradores. Com base na seleção da quantidade de exames coprológicos efetuados entre as pessoas da família, a amostra para análise contou 84 famílias dentre as 112 da amostra aleatória original. Para o número médio de 6,1 pessoas por família, constatou-se que o de parasitas diferentes presentes no lar era 5,0, número crescente quando a casa era de taipa (6,0 contra 4,9 para as de alvenaria; p < 0,03, ou a água usada na moradia não era tratada (5,1 contra 4,5 para água tratada; p < 0,05. Outros fatores que caracterizam a moradia e sua higiene não parecem influenciar o número médio de parasitas na casa. Conclui-se que o poliparasitismo nos Índios Pankararus de Pernambuco chega a representar a regra e está referido sobretudo às fontes de água de beber e ao seu tratamento.

  11. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fontbonne Annick

    2001-01-01

    Full Text Available No perfil etnoepidemiológico da comunidade dos Índios Pankararus - interior do Estado de Pernambuco -, as parasitoses intestinais representam importante problema de saúde pública, por atingir a quase totalidade da população. A fim de conhecer possíveis fatores de risco ambientais deste quadro, utilizou-se parte da base de dados do inquérito original para relacionar as condições de moradia ao número de parasitas diferentes verificado entre seus moradores. Com base na seleção da quantidade de exames coprológicos efetuados entre as pessoas da família, a amostra para análise contou 84 famílias dentre as 112 da amostra aleatória original. Para o número médio de 6,1 pessoas por família, constatou-se que o de parasitas diferentes presentes no lar era 5,0, número crescente quando a casa era de taipa (6,0 contra 4,9 para as de alvenaria; p < 0,03, ou a água usada na moradia não era tratada (5,1 contra 4,5 para água tratada; p < 0,05. Outros fatores que caracterizam a moradia e sua higiene não parecem influenciar o número médio de parasitas na casa. Conclui-se que o poliparasitismo nos Índios Pankararus de Pernambuco chega a representar a regra e está referido sobretudo às fontes de água de beber e ao seu tratamento.

  12. Fatores de risco e preditores para o aborto induzido: estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Anselmo Olinto

    Full Text Available O presente trabalho investigou os principais fatores de risco e preditores para o aborto induzido. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residentes no Sul do Brasil. Para responder as questões de aborto, as mulheres foram alocadas entre duas metodologias: método da urna ou método das questões indiretas. Informações sócio-econômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas por meio de um questionário pré-codificado. Na análise e interpretação dos dados utilizou-se o modelo de regressão logística. Teorema de Bayes foi aplicado para a determinação das probabilidades a posteriori permitindo a transformação dos dados agregados em dados individuais. Abortos induzidos estiveram fortemente relacionados com relatos de perda fetal em todas as idades. Entre as adolescentes, os principais preditores foram: pertencer a famílias de baixa renda, ter baixa escolaridade e alta evasão escolar, além de conhecerem um número maior de métodos contraceptivos. Para as mulheres de 20 a 49 anos de idade não houve diferença sócio-econômica, sendo que, estado civil e características reprodutivas, incluindo conhecimento de métodos contraceptivos, foram os fatores de risco freqüentes para o aborto induzido.

  13. Fatores de risco para perda auditiva em idosos - doi: 10.5020/18061230.2012.p176

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Vasconcelos Chaves Martins

    2012-11-01

    Full Text Available Identificar os fatores de risco relacionados à perda auditiva sensorioneural em idosos. Métodos: Casuística constituída por 60 pacientes idosos separados em dois grupos: o Grupo de Caso, composto por 30 idosos, 21 do sexo feminino e 9 do sexo masculino, com idade mínima de 60 anos de idade, apresentando perda auditiva sensorioneural; e o Grupo Controle, composto por 30 idosos, pareados por gênero e idade, apresentando audição normal. Os pacientes foram submetidos à anamnese audiológica e audiometria tonal. O comprometimento auditivo foi definido de acordo com média de limiar maior que 35dBNA, nas frequências de 1000, 2000 e 4000 Hz, na melhor orelha. Resultados: As razões de chances estatisticamente significantes foram: a para história audiológica: exposição a ruído e história familiar de surdez; b para situações de dificuldade auditiva: televisão, igreja, telefone, ambiente silencioso, localizar sons, dificuldade com vozes e ambiente ruidoso; c para história otológica: zumbido, otorréia e nauseas; e d para história médica: problemas visuais, fumo, álcool, problemas na tireóide e doenças renais. Conclusão: Os achados do estudo evidenciaram, para a perda auditiva sensorioneural no idoso, fatores de risco relacionados à história audiológica, otológica e médica, e às situações de dificuldade auditiva.

  14. Dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cervato

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudo descritivo por amostragem em munícípio do Estado de São Paulo, Brasil, em 1990, com objetivo de analisar, mediante entrevistas domiciliares, a dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos maiores de 20 anos. METODOLOGIA: Foram entrevistados 557 indivíduos, de idade entre 20 e 88 anos, que fazem parte de subamostra de um estudo global na região. A dieta habitual, identificada pelo histórico alimentar foi comparada às recomendações da OMS e os fatores de risco estudados (obesidade, dislipidemias, diabetes melito diagnosticados pelo Índice de Massa Corpórea e dosagens bioquímicas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se que 60% da população consome dieta com energia total abaixo da estimativa das necessidades e que a contribuição calórica dos carboidratos foi de 56%, dos lipídios de 29% e das proteínas de 15%. Entretanto, na análise por percentil, a contribuição calórica dos lipídios e das proteínas encontra-se muito acima dos padrões recomendados em detrimento dos carboidratos. A energia, distribuição calórica e quantidade de colesterol foi adequada em apenas 5% das dietas. Dentre os fatores de risco para doenças cardiovasculares estudados observou-se a prevalência de obesidade em 38% dos indivíduos, de dislipidemias em 26% e de diabetes melito em 5%. A atividade física leve preponderante com dieta inadequada, tanto em termos de qualitativos quanto quantitativos, agravam ainda mais esse quadro.

  15. Homocisteína como fator de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sthefano Atique Gabriel

    2007-05-01

    Full Text Available Elevadas concentrações plasmáticas de homocisteína têm sido identificadas como um fator de risco independente para aterosclerose cerebral, coronariana e periférica. Os efeitos danosos da homocisteína sérica são fruto de suas características aterogênicas e trombogênicas. O tratamento mais eficaz para hiperhocisteinemia consiste na redução da homocisteína plasmática, através da fortificação alimentar com suplementos vitamínicos, ricos em vitamina B6, vitamina B12 e, principalmente, acido fólico. A dose recomendada é de 400 microgramos de folato por dia, sendo esta medida uma poderosa redutora da morbidade e mortalidade cardiovascular, além de prevenir possíveis defeitos de fechamento do tubo neural.

  16. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  17. Fatores de risco para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRANDÃO Carlos Manuel de Almeida

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores de risco para mortalidade hospitalar em reoperações valvares. MÉTODO: Foi realizada análise prospectiva de 194 pacientes submetidos a reoperações valvares no período entre julho de 1995 e junho de 1999. As variáveis estudadas foram: sexo, idade, classe funcional, número e tipo de operações prévias, intervalo entre as operações, caráter da operação, creatinina sérica, fração de ejeção do ventrículo esquerdo, diâmetros diastólico e sistólico do ventrículo esquerdo, pressão sistólica de ventrículo direito, atividade de protrombina, relação do tempo de tromboplastina parcial ativada, contagem de plaquetas, tempo de circulação extracorpórea, tempo de pinçamento aórtico, posição e número de valvas, tipo de procedimento, operações associadas e volume de sangramento intra-operatório. Análise univariada e multivariada foi realizada para determinar os fatores de risco para mortalidade hospitalar. RESULTADOS: A mortalidade hospitalar foi de 8,8% (17 pacientes. A análise univariada identificou as seguintes variáveis associadas a maior mortalidade: classe funcional avançada, fração de ejeção do ventrículo esquerdo baixa, atividade de protrombina baixa, creatinina elevada, tempo de circulação extracorpórea prolongado, tempo de pinçamento aórtico prolongado, procedimentos associados e volume de sangramento intra-operatório elevado. Na análise multivariada foram significativas: classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos. CONCLUSÕES: As variáveis classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos são fatores de risco independentes para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares.

  18. Fatores prognósticos para o desenvolvimento cognitivo de prematuros de muito baixo peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dalva Barbosa Baker Méio

    2003-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Crianças prematuras, de muito baixo peso, podem apresentar alterações em seu desenvolvimento cognitivo. No Brasil, pouco se conhece sobre a evolução dessas crianças na idade pré-escolar. O objetivo do estudo foi descrever o desenvolvimento cognitivo de uma população de recém-nascidos prematuros de muito baixo peso e verificar possíveis fatores prognósticos para desenvolvimento cognitivo anormal. MÉTODOS: Um estudo de coorte foi realizado com uma população de crianças pré-escolares, nascidas prematuras, de muito baixo peso, entre janeiro de 1991 e setembro de 1993. O desenvolvimento cognitivo foi avaliado por meio do teste WPPSI-R (Wechsler Preschool and Primary Intelligence Scales aplicado por psicólogas, utilizando dois pontos de corte para definição de anormalidade: escores abaixo de 1 e 2, desvios padrões da média (DP. RESULTADOS: Foram avaliadas 79 crianças de quatro a cinco anos de idade. A média do escore total do teste WIPPSI-R foi de 75,6 (±11,9. A incidência de escore total anormal foi de 77,2% e de 32,9% (1DP e 2 DP, respectivamente. Após o ajuste por "tipo de parto", ser pequeno para a idade gestacional (OR=6,19; IC95% 1,60-23,86, ultra-som transfontanela anormal (OR=5,90; IC95% 1,04-9,83 e ser do sexo masculino (OR=3,20; IC 95% 1,32-26,35 foram os fatores que predisseram escore total <70 (2 DP. CONCLUSÃO: Houve maior comprometimento do desenvolvimento cognitivo nas crianças estudadas do que o descrito na literatura. Ser pequeno para idade gestacional, ultra-som transfontanela anormal e sexo masculino foram fatores prognósticos de pior evolução.

  19. Fatores de risco para histerectomia em mulheres brasileiras Risk factors for hysterectomy among Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thália V. Barreto de Araújo

    2003-01-01

    Full Text Available Realizou-se um estudo de caso-controle exploratório para investigar fatores de risco para histerectomia entre usuárias do setor público de saúde em Recife, Pernambuco, Brasil. Os 373 casos são mulheres com idade entre 30 e 54 anos, submetidas à histerectomia eletiva por condição pélvica benigna. Os controles, 742 mulheres com útero preservado, foram selecionados em centros de saúde. Os dados foram coletados em entrevistas, com um questionário estruturado e pré-testado, ou transcritos dos prontuários médicos. Com base em regressão logística múltipla não-condicional, foram identificados como fatores de risco para histerectomia: a renda familiar per capita relativamente maior, a nuliparidade e a paridade de até três filhos, a demanda por cuidados médicos por problemas menstruais, o antecedente de distúrbio menstrual ou de morbidade do colo uterino, a hospitalização por causa ginecológica e a presença de laqueadura tubária antes dos trinta anos. A história prévia de filho nascido morto e a menopausa se constituíram em fatores de proteção.A case-control study was conducted to investigate risk factors for hysterectomy among women using the public health system in Northeast Brazil. The cases were 373 women aged 30-54 years that had undergone elective hysterectomy for benign pelvic conditions. Controls were 742 women with preserved uterus selected from public health clinics. Data were collected through a review of medical records and a personal interview using a structured, pre-tested questionnaire. Unconditional multiple logistic regression was applied in the analysis. Women at greater risk for hysterectomy were those with a higher per capita family income, zero to three children, a history of medical consultation for menstrual problems, hospitalization for gynecological problems, or tubal ligation before age 30 years. Menopause and a history of stillbirth appeared as protective factors in the statistical analysis.

  20. Fatores de risco para a coluna: avaliação em consulta de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Edla de Oliveira Bringuente

    1997-09-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como propósito estudar os fatores de risco que afetam a pessoa com dor na couna, identificando-os e implementando uma proposta de intervenção, composta de um programa de educação à saúde, fundamentado no ensino do autocuidado, pressupostos filosóficos humanista-existenciais e abordagens equalizadoras do estresse, dentre elas, atividades reintegradoras músculo-esqueléticas, técnicas básicas de equalízação do estresse e massagens. Foi desenvolvido junto a uma população de 42 clientes, tendo sido utilizados na coleta de dados dois instrumentos que integraram o protocolo de consultas de enfermagem. Os resultados demonstraram a existência de fatores de risco associados e modificáveis mediante programas de educação à saúde. O processo avaliativo contribuiu para que se tivesse uma visão das medidas terapêuticas, utilizando nessa abordagem cuidados não convencionais, contribuindo, outrossim, na melhoria da qualidade de vida desses clientes.

  1. Fatores de risco para peritonites e internações Risk factors for peritonitis and hospitalizations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Silva Abrahão

    2010-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Investigou-se um universo de 30 crianças e adolescentes portadores de doença renal crônica em tratamento dialítico, assistidos pelo Hospital das Clínicas da UFMG, a fim de determinar fatores de risco para a frequência de peritonites e de internações. MÉTODO: Estudo descritivo em que para a obtenção dos resultados utilizou-se o software SPSS (Statistical Package for Social Science versão 13.0. Testaram-se as variáveis: baixa escolaridade, baixa renda familiar, nível de informação inadequado, inadequação da antissepsia das mãos para a realização da diálise, ausência de pia no quarto da diálise como fator de risco para maior frequência de peritonites e internações. RESULTADOS: Os valores de Odds Ratio estiveram dentro dos limites dos intervalos de confiança (95% e em alguns casos foram INTRODUCTION: This study assessed 30 children and adolescents with chronic kidney disease on dialysis, cared for at the Hospital das Clínicas of UFMG, aiming at determining the risk factors for the frequency of peritonitis and hospitalizations. METHOD: Descriptive study using the SPSS (Statistical Package for Social Science software, version 13.0. The following variables were assessed as risk factors for a higher frequency of peritonitis and hospitalizations: low educational level; low family income; inadequate level of information; inadequate hand antisepsis during PD; and lack of a sink in the dialysis room. RESULTS: The odds ratio values were within the 95% confidence intervals, and, in some cases, were smaller than 1, indicating the possibility of a negative association between some independent variables and the variables studied, but with no statistically significant difference. CONCLUSION: No statistical significance was observed for the variables studied, despite the tendency towards that.

  2. O tabagismo como fator de risco para as doenças periodontais: aspectos microbiológicos

    OpenAIRE

    GAETTI-JARDIM JÚNIOR Elerson; ZANOLI Tatiane; PEDRINI Denise

    1998-01-01

    O fumo é considerado importante fator predisponente para muitas doenças, incluindo-se as periodontopatias. Desde que as doenças periodontais representam a inter-relação entre os fatores de virulência da microbiota subgengival sobre um hospedeiro susceptível, foi objetivo avaliar a freqüência de isolamento de três periodontopatógenos em indivíduos sadios e pacientes com doença periodontal, fumantes ou não, com níveis variados de higiene bucal; verificar a relação entre o número de microrganism...

  3. Fatores terapêuticos em um grupo de apoio para pacientes psiquiátricos ambulatoriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guanaes Carla

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O emprego da psicoterapia de grupo no atendimento em saúde mental, sobretudo em contextos institucionais, tem se expandido aceleradamente, não havendo uma expansão correlata de pesquisas na área, conforme aponta a literatura especializada. Objetivou-se compreender algumas possibilidades e alguns limites de um grupo de apoio de curta duração (16 sessões para pacientes psiquiátricos ambulatoriais, investigando os fatores terapêuticos que operam nesse grupo, segundo a percepção de seus participantes. MÉTODOS: Questionários do Incidente Crítico (QIC, observação e registro do grupo, consultas aos prontuários dos pacientes e notas de campo constituíram as fontes de dados. A análise das respostas dos pacientes ao QIC foi realizada por procedimentos de avaliação categorial de conteúdo, tendo como base um sistema descritivo dos fatores terapêuticos proposto na literatura. As demais fontes foram tomadas como dados de contexto dos sentidos produzidos pelos pacientes em suas respostas ao QIC. RESULTADOS: Os resultados remetem a dez categorias derivadas da percepção dos pacientes, indicativas de vivências terapêuticas e não-terapêuticas no grupo. DISCUSSÃO/CONCLUSÃO: Este estudo possibilita uma compreensão sobre o modo como os pacientes vivenciaram o processo desse grupo, tendo em vista os sentidos que produziram a partir de sua participação neste, e, em conjunção com a compreensão de seus quadros clínicos, situa algumas possibilidades e alguns limites desse tipo de tratamento em saúde mental, considerando o contexto em que ocorre e a clientela que usualmente o integra.

  4. Fatores de risco para complicações em extremidades inferiores de pessoas com diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Emília Pace

    2002-10-01

    Full Text Available O estudo analisou fatores de risco para complicações em pés de pessoas com diabetes em Unidade Ambulatorial. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada, avaliação de pés e exames laboratoriais. Os riscos tiveram a análise segundo Zavala e Braver e Sistema de Classificação do Consenso Internacional sobre Pé Diabético, mediante estatística descritiva. Nos resultados, a idade média foi 53,3±13 anos, tempo da doença 12,9±9 e 58% tinham ensino fundamental incompleto. Dentre os riscos, identificou-se complicações microvasculares, hipertensão arterial, nível glicêmico inadequado, sedentarismo, uso de sapatos inapropriados, somadas às alterações dermatológicas e estruturais. No risco para úlceras, obteve-se 19,1% entre as categorias 2 e 3. Os dados reforçaram necessidade de atendimento primário com ênfase na avaliação de riscos e educação do paciente.

  5. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Aline de Mesquita

    2002-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.

  6. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Mesquita Carvalho

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.

  7. Determinantes psicobiológicos do comportamento alimentar: uma ênfase em fatores ambientais que contribuem para a obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina Bolzan Quaioti

    2006-01-01

    Full Text Available O comportamento alimentar é multideterminado e somente uma análise psicobiológica é capaz de abordar as interações entre os fatores fisiológicos, psicológicos, genéticos e condições ambientais de um indivíduo. Assim, a capacidade para controlar a ingestão requer mecanismos especializados para harmonizar informações fisiológicas do meio interno com informações nutricionais do ambiente externo. Dentre os fatores externos merece destaque a questão ligada à propaganda de alimentos e a influência cada vez maior da mídia na determinação da dieta dos indivíduos de países desenvolvidos ou em desenvolvimento. Assim, o presente trabalho tem por objetivo analisar as influencias dos fatores ambientais na determinação do comportamento alimentar humano, com especial ênfase naqueles fatores que podem predispor à obesidade.

  8. Fatores que contribuem para o desmame precoce Factores que contribuyen para el destete precoz Factors that contribute to early weaning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirella Teixeira Joca

    2005-12-01

    Full Text Available A interrupção prematura da amamentação pode acarretar perigos, pois os alimentos a serem utilizados são inadequados do ponto de vista nutricional, além de expor a criança a organismos infecciosos. Torna-se relevante investigar os fatores relacionados ao desmame precoce. Pesquisa exploratória e quantitativa, realizada no Centro de Desenvolvimento da Família (CEDEFAM, no período de maio a junho/2003, com 20 nutrizes, no qual foi aplicado um questionário contendo 12 questões sobre os motivos que as levaram a desmamarem precocemente. Os resultados foram agrupados em três segmentos: fatores de desmame relacionados com o perfil; a assistência pré-natal e o parto; e prática do aleitamento materno, e apresentados em forma de tabelas. Concluímos que os profissionais e a sociedade podem não estar preparados para favorecer a mulher no exercício da amamentação. Enquanto isso, a política de saúde não cria condições para que todos tenham acesso à educação, melhoria de renda e conscientização do planejamento familiar.La interrupción precoz del destete puede resultar en peligros, pues los alimentos utilizados son considerados por los nuticionistas como inadecuados, además de exponer al niño a organismos infecciosos. Es muy importante investigar los factores relacionados al desmame. Investigación exploratoria y cuantitativa, realizada en una Unidad de Desarrollo de la Família (CEDEFAM, en el período de mayo hasta junio/2003, con 20 nutrices, cuando fue aplicado un cuestionardo com 12 cuestiones sobre los motivos que que las llevaron al destete precoz. Los resultados fueron agrupados en tres segmentos: factores de destete relacionados con el perfil; la asistencia prenatal y el parto; y práctica de la amamantación materna, y presentados en forma de tabelas. Concluimos que los profesionales y la sociedad pueden no estar preparados para faborecer la mujer en amamantación. Mientras eso ocurre, la política de salud no crea

  9. Processo Administrativo Tributário: da necessidade à efetividade dos postulados constitucionais pró-contribuinte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano De Rossi

    2007-08-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo incitar a discussão no meio acadêmico acerca da necessidade de se utilizar os postulados constitucionais (da capacidade contributiva, do não-confisco, da razoabilidade e da proporcionalidade no âmbito do processo tributário não-judicial. Através de uma metodologia expositiva/argumentativa busca-se uma reflexão pró-contribuinte. Outrossim, há a necessidade de aproximação do Direito Público, enquanto matéria, do direito real, enquanto fato. Assim sendo, competeao ambiente produtor de conhecimento criar alternativas para a transformação de novos patamares jurídicos e a dilatação da relevância da hermenêutica.

  10. SPED – Sistema Público de Escrituração Digital: Percepção dos contribuintes em relação os impactos de sua adoção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Do Carmo Romeiro

    2011-08-01

    Full Text Available O Governo brasileiro inspirou-se em modelos de Governos Eletrônicos de países como Espanha, Chile e México, entre outros, para a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED, entrando na era digital. A pesquisa exploratória desenvolvida neste trabalho tem como objetivo verificar se houve nas empresas melhorias operacionais quando da adoção do SPED. Essas melhorias, tais como a redução de tempo na emissão de NF, diminuição de erros, maior agilidade e produtividade nos processos de recebimento e de transporte de mercadorias, além de diminuição nos gastos com papel e armazenagem de documentos e diminuição das obrigações acessórias são apontadas pelas autoridades governamentais como fatores positivos para as empresas. No tratamento dos dados, empregou-se a Estatística Bivariada – com medidas de associação entre duas variáveis nominais –, Coeficiente Phi e V de Cramer. Os resultados obtidos foram comparados a estudo semelhante efetuado no Chile e verificou-se que os contribuintes brasileiros têm perspectivas diversas dos chilenos. Os respondentes não obtiveram resultados satisfatórios em termos de redução no tempo de emissão de uma nota fiscal, agilidade e produtividade no recebimento de mercadorias ou redução na aquisição de papel. Muitos têm a perspectiva de que terão benefícios no futuro, principalmente em relação à diminuição dos riscos de fraudes e dos custos operacionais.

  11. Fatores de risco para mortalidade neonatal precoce Risk factors for early neonatal mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Schoeps

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os fatores de risco da mortalidade neonatal precoce. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base populacional com 146 óbitos neonatais precoces e amostra de 313 controles obtidos entre os sobreviventes ao período neonatal, na região sul do município de São Paulo, no período de 1/8/2000 a 31/1/2001. As informações foram obtidas por meio de entrevistas domiciliares e prontuários hospitalares. Foi realizada análise hierarquizada em cinco blocos com características: 1 socioeconômicas das famílias e das mães; 2 psicossociais maternas; 3 biológicas e da história reprodutiva materna; 4 do parto; 5 do recém-nascido. RESULTADOS: Os fatores de risco para a mortalidade neonatal precoce foram: Bloco 1: baixa escolaridade do chefe da família (OR=1,6; IC 95%: 1,1;2,6; domicílio em favela (OR=2,0; IC 95%: 1,2;3,5, com até um cômodo (OR=2,2; IC 95%: 1,1;4,2; Bloco 2: mães com união recente (OR=2,0; IC 95%: 1,0;4,2 e sem companheiro (OR=1,8; IC 95%: 1,1;3,0, presença de maus tratos (OR=2,7;1,1-6,5; Bloco 3: presença de intercorrência na gravidez (OR=8,2; IC 95%: 5,0;13,5, nascimento prévio de baixo peso (OR=2,4; IC 95%: 1,2;4,5; pré-natal ausente (OR=16,1; IC 95%: 4,7;55,4 ou inadequado (OR=2,1; IC 95%: 2,0;3,5; Bloco 4: presença de problemas no parto (OR=2,9; IC 95%: 1,4;5,1, mães que foram ao hospital de ambulância (OR=3,8; IC 95%: 1,4;10,7; Bloco 5: baixo peso ao nascer (OR=17,3; IC 95%: 8,4;35,6, nascimento de pré-termo (OR=8,8; IC 95%: 4,3;17,8. CONCLUSÕES: Além dos fatores proximais (baixo peso ao nascer, gestações de pré-termo, problemas no parto e intercorrências durante a gestação, identificou-se a participação de variáveis que refletem exclusão social e de fatores psicossociais. Esse contexto pode afetar o desenvolvimento da gestação e dificultar o acesso das mulheres aos serviços de saúde. A assistência pré-natal adequada poderia minimizar parte do efeito dessas variáveis.OBJECTIVE: To

  12. Conhecimento sobre fatores de risco para hipertensão arterial sistêmica por discentes do curso de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayla de Araujo Beserra

    2017-03-01

    Full Text Available Dentre as doenças crônicas não transmissíveis, a hipertensão arterial sistêmica (HAS é o maior problema de saúde social dos países desenvolvidos e em muitos dos emergentes. Nesse sentindo, objetivou-se identificar os fatores de risco dos discentes de enfermagem para o desenvolvimento da HAS em um centro de ensino superior de saúde na cidade de Arcoverde, Pernambuco. Trata-se de um estudo de caráter descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 33 discentes, que cursavam o primeiro e o sexto período do curso superior de enfermagem. As variáveis estudadas foram: identificações, socioeconômicos e comportamentais. Em relação ao gênero, dos alunos consultados, apresentaram-se em maior porcentagem os do gênero feminino, informando que fazem uso de bebida alcoólica e apresentam hábitos saudáveis de alimentação. Evidenciou-se à inatividade física, sendo o fator mais citado dos riscos modificáveis, e os antecedentes familiares e a raça, fatores estes intrínsecos não modificáveis. Quanto ao nível de conhecimento sobre a HAS, nos dois períodos, é caracterizado como insuficiente sobre a doença hipertensiva. Torna-se necessário aprofundar alguns conhecimentos sobre HAS dos estudantes e a implementação de orientações sobre a prática de atividade física como um fator preventivo para HAS.

  13. Fatores de risco para lesão renal aguda em pacientes com trauma grave e seus efeitos na mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luciano Baitello

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos que relacionaram lesão renal aguda (LRA e trauma surgiram durante a Segunda Guerra Mundial e, desde então, tem havido progressiva evolução dos cuidados para a prevenção da LRA. Entretanto, a determinação dos fatores de risco para o desenvolvimento de LRA pós-trauma permanece crucial e pode ajudar a reduzir esta complicação. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo identificar os fatores de risco para o desenvolvimento de LRA em pacientes com trauma grave e sua influência na mortalidade. Trata-se de um estudo retrospectivo com 75 pacientes incluídos por apresentarem trauma grave; seis foram excluídos por terem chegado ao hospital sem condições de ressuscitação. MÉTODO: As variáveis estudadas foram: idade, sexo, gravidade do trauma de acordo com Injury Severity Score (ISS e Escala de Coma de Glasgow (ECG, mecanismo de trauma, pressão arterial média na admissão, reposição volêmica nas primeiras 24h, níveis séricos de creatinina, uso de antibióticos nefrotóxicos, tempo de internação, necessidade de internação em UTI e mortalidade. RESULTADOS: A prevalência de LRA em traumatizados graves foi de 17,3%, sendo que os fatores associados à IRA nessa amostra foram TCE, ECG < 10. A mortalidade, o tempo de internação e a necessidade de UTI foram significativamente maiores nos pacientes que desenvolveram LRA. CONCLUSÕES: A identificação desses fatores de risco é de suma importância para a formulação de estratégias de atendimento aos pacientes vítimas de trauma grave, visando à prevenção da lesão renal aguda e da elevada mortalidade.

  14. Levantamento dos fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 em uma instituição de ensino superior

    OpenAIRE

    Ortiz, Maria Carolina Alves; Zanetti, Maria Lúcia

    2001-01-01

    O aumento da expectativa de vida da população, diminuição da atividade física e aumento da ingesta calórica exercem importante papel no aparecimento do diabetes na população. Assim, o objetivo deste estudo é identificar os fatores de risco para o diabetes mellitus tipo 2, em 99 sujeitos de instituição de ensino, em uma cidade do interior paulista. Os resultados permitiram-nos concluir que: 51,5% dos sujeitos estão com sobrepeso ou obesos; 51,5% tem antecedentes hereditários, 70% não realizam ...

  15. Proposição de um modelo para análise dos fatores de risco em projetos de implantação da metodologia lean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonatas Ost Scherer Ost Scherer

    2013-01-01

    Full Text Available A gestão dos riscos envolvidos em projetos de implantação da metodologia lean é importante para reverter o baixo percentual de sucesso encontrado em tais projetos. Este artigo apresenta três contribuições principais ao tema: (i identificação dos fatores de risco em projetos de implantação da metodologia lean; (ii levantamento da intensidade do relacionamento entre os fatores identificados; e (iii algoritmo para a estimativa da probabilidade de sucesso da implantação, considerando a condição dos fatores e intensidade do relacionamento entre eles. O modelo proposto foi baseado na revisão da literatura e na opinião de especialistas da academia e da indústria. Ele utiliza preceitos de confiabilidade, em que os fatores de risco são modelados como um sistema série-paralelo. O modelo, testado em três empresas, apresentou resultados coerentes com as incertezas e riscos destes projetos. Identificou também os fatores de risco críticos para o projeto, considerando a sinergia entre os fatores.

  16. Fatores de Risco para Natimortalidade em um Hospital Universitário da Região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vardanega Kátia

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a influência da assistência pré-natal e de fatores materno-fetais nas taxas de natimortalidade de um hospital universitário da região sul do Brasil. Métodos: estudo caso-controle de 61 casos de natimortos ocorridos antes do início do trabalho de parto no Hospital Geral da Universidade de Caxias do Sul, RS, entre março de 1998 e junho de 2001. Os controles (n=224 foram selecionados aleatoriamente entre os fetos nascidos vivos no mesmo período. A análise da qualidade da atenção pré-natal baseou-se nos critérios estabelecidos pelo Programa de Humanização do Parto e Nascimento do Ministério da Saúde (PNHPN, 2000. Para avaliar possíveis fatores de risco de natimortalidade foi utilizado o odds ratio (OR. Eventuais fatores de confusão foram avaliados por meio de regressão logística. Resultados: observou-se maior prevalência de prematuridade entre os casos de natimortos (idade gestacional média de 31,7+4,7 vs 38,6+0,9 semanas. O peso médio entre os natimortos foi de 1.705 g (+837 g e de 3.080 g (+576 g entre os controles. Acompanhamento pré-natal foi referido por 81,5% das mães dos natimortos e 91,6% do grupo controle. A análise inicial revelou associação de três fatores com o evento da natimortalidade: a atenção pré-natal inadequada quanto ao número de consultas médicas e solicitação de exames complementares básicos (43,6 vs 23,4%, a história prévia de natimortalidade (6,6 vs 0,9% e a idade materna (27+7,9 anos vs 24+6,4 anos. Todavia, após o ajustamento desses resultados pela regressão logística, apenas a idade materna manteve associação significativa com o óbito fetal. Conclusões: no presente estudo, a idade materna foi o fator mais fortemente associado com a natimortalidade.

  17. Monitoramento de fatores de risco para doenças crônicas por entrevistas telefônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Carlos Augusto

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever métodos e resultados iniciais de sistema de monitoramento de fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis por meio de entrevistas telefônicas. MÉTODOS: Estudou-se amostra probabilística (n=2.122 da população adulta do Município de São Paulo residente em domicílios conectados à rede de telefonia fixa, com amostragem realizada em duas etapas: sorteio de linhas telefônicas e sorteio do morador do domicílio a ser entrevistado. Foi aplicado questionário para investigar características demográficas e socioeconômicas, padrão de alimentação e de atividade física, consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas, peso e altura recordados e auto-referência a diagnóstico médico de hipertensão arterial e diabetes, entre outros quesitos. Foram calculadas estimativas sobre a prevalência de fatores de risco selecionados para doenças crônicas não transmissíveis para a população adulta com telefone e para a população adulta total do município. Neste último caso, população total, foram aplicados à amostra fatores de ponderação que levaram em conta diferenças demográficas e socioeconômicas entre a população com telefone e a população total do município. RESULTADOS: Foram observadas diferenças substanciais entre os sexos quanto à freqüência da maioria dos fatores de risco estudados, sendo significativamente mais freqüentes em homens o consumo insuficiente de frutas e hortaliças, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e o excesso de peso; e nas mulheres foram mais freqüentes o sedentarismo e a hipertensão. Possibilidades adicionais de estratificação da prevalência de fatores de risco permitidas pelo sistema de monitoramento foram ilustradas a partir de exemplos abrangendo faixa etária, nível de escolaridade e área de residência na cidade dos entrevistados. CONCLUSÕES: O desempenho do sistema de monitoramento, avaliado a partir da representatividade e confiabilidade

  18. CONTRIBUIÇÕES PARA A GESTÃO DE REDES INTERORGANIZACIONAIS: FATORES DETERMINANTES PARA A SAÍDA DE EMPRESAS PARCEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leander Luiz Klein

    Full Text Available As redes de cooperação entre empresas são estratégias usadas pelos gestores para atuar no mercado com o intuito de gerar mais valor às empresas e obter vantagem competitiva. Entretanto, verifica-se empiricamente que um número significativo de empresas saem das redes em que estavam inseridas. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo identificar os fatores determinantes da saída de empresas das redes interorganizacionais das quais participavam. Para isso, foi realizado um estudo quantitativo com 140 empresas que pertenciam a redes de cooperação do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário formado por 15 dimensões distintas, cada uma composta por 5 questões. Os dados foram tabulados em uma planilha do Excel e, posteriormente, analisados com a utilização do sofware AMOS 18. Os resultados confirmaram como fatores determinantes da saída das empresas das redes os Laços Sociais Anteriores Fracos, Seleção de Parceiros não estruturada, Gestão Individualizada, Falta de Confiança e Comprometimento, Baixa de Aprendizagem Interorganizacional, dentre outros. Os fatores determinantes encontrados nessa pesquisa ressaltaram a dificuldade que impera sobre as estruturas de governança e a gestão de redes. O desafio é organizar a rede de forma a evitar possíveis disfunções oriundas das decisões da gestão e amenizar os problemas identificados, fazendo com que as empresas se mantenham nas redes, gerando retornos e vantagens competitivas a elas.

  19. Fatores de risco para meningite bacteriana no recém-nascido Risk factors for bacterial meningitis in the newborn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lúcia Jornada Krebs

    2004-09-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é descrever os fatores de risco para meningite bacteriana em recém-nascidos e analisar a prevalência destes fatores, considerando-se a presença ou não de baixo peso ao nascimento. Foram analisados 50 recém-nascidos com meningite bacteriana, excluindo-se aqueles com meningomielocele ou infecção congênita. Na análise estatística utilizou-se o teste exato de Fisher, considerando-se significantes os valores de p The aim of this study is to describe the risk factors for bacterial meningitis in newborns, and to analyze the prevalence of these factors, considering or not the low birth weight presence. Fifty newborns with bacterial meningitis were analyzed, excluding the ones with meningomyelocele or congenital infection. In the statistical analysis, the Fisher's exact test was used, considering significant the p < 0.05 values. This study has shown that prematurity, low birth weight and presence of previous infectious diseases in the newborn or in the mother were important risk factors for meningitis. Among low birth weight newborns, invasive procedures, especially tracheal intubation, use of central venous catheter and previous use of antibiotics, were significantly associated to the meningitis occurrence. These results indicate that the improvement in the prenatal care and in the hospital infection control are measures of high importance in the decrease of the incidence of neonatal bacterial meningitis.

  20. Estudo prospectivo dos fatores de risco para complicações neurológicas na meningite bacteriana infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sadie Namani

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Análise prospectiva de fatores de prognóstico para complicações neurológicas da meningite bacteriana infantil. MÉTODOS: Este estudo prospectivo recrutou 77 crianças de um mês a 16 anos de idade tratadas de meningite bacteriana durante o período de 1/1/2009 a 31/12/2010. Foram escolhidos 16 preditores relevantes para analisar sua associação com a incidência de complicações neurológicas. Valores P abaixo de 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. RESULTADOS: Das 77 crianças tratadas para meningite bacteriana, desenvolveram-se complicações neurológicas em 33 pacientes (43%, e duas crianças morreram (2,6%. A etiologia dos casos de meningite bacteriana foi comprovada em 57/77 (74% dos casos: foram encontrados 32 isolados de meningococos; 8 de pneumococos; 6 de bacilos gram-negativos; 5 de H. influenzae; 5 de estafilococos e 1 de S. viridans. Os fatores que se mostraram associados a aumento do risco de desenvolvimento de complicações neurológicas foram idade 5.000 células/mm³, pleiocitose > 5.000 células/mm³ depois de 48 horas, baixa relação da glicose no LCS/sangue 48 horas, presença de comorbidade e foco primário de infecção não se associaram a aumento do risco para o desenvolvimento de complicações neurológicas. CONCLUSÃO: Idade inferior a 12 meses e gravidade da apresentação clínica na admissão foram identificadas como os preditores mais fortes de complicações neurológicas e podem ter valor para selecionar pacientes para tratamento mais intensivo.

  1. Fatores de risco para o abandono do tratamento da tuberculose em pacientes coinfectados com HIV/AIDS em Fortaleza.

    OpenAIRE

    Samelia Lea Menezes Becker

    2014-01-01

    Pessoas vivendo com HIV/aids sÃo mais suscetÃveis à tuberculose devido à presenÃa de imunodeficiÃncia celular. AlÃm disso, estudos apontam para uma maior taxa de abandono de tratamento nestes indivÃduos. Fortaleza, capital do CearÃ, à um dos centros urbanos com maior carga da doenÃa no Brasil, com alta incidÃncia, em torno de 70 casos/100.000 habitantes, e cerca de 2.000 casos novos sÃo diagnosticados a cada ano. Este estudo caracterizou os padrÃes epidemiolÃgicos, clÃnicos e os fatores de ri...

  2. Soroprevalência e fatores de risco para a leptospirose em cães de Campina Grande, Paraíba

    OpenAIRE

    Batista,C.S.A.; Alves,C.J.; Azevedo,S.S.; Vasconcellos,S.A.; Morais,Z.M.; Clementino,I.J.; Alves,F.A.L.; Lima,F.S.; Araújo Neto,J.O.

    2005-01-01

    Investigou-se a prevalência de leptospirose em cães da cidade de Campina Grande, PB, e realizou-se um estudo de fatores de risco para a infecção. Foram examinadas 285 amostras de soro sangüíneo de cães colhidas durante a campanha de vacinação anti-rábica animal, conduzida em setembro de 2003. O diagnóstico da leptospirose foi realizado pela técnica de soroaglutinação microscópica, utilizando-se uma coleção de 22 sorovares. Para a caracterização do sorovar mais provável, levou-se em conta a ti...

  3. A variedade da dieta é fator protetor para a pressão arterial sistólica elevada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erick Prado de Oliveira

    2012-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A dieta influencia diretamente a hipertensão arterial (HAS, que é um dos principais fatores de risco da doença cardiovascular. OBJETIVO: Associar a HAS com fatores dietéticos de adultos clinicamente selecionados para programa de mudança de estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal composto por 335 indivíduos, com idade entre 44 e 65 anos, clinicamente selecionados para um programa de mudança de estilo de vida. Foram avaliados os dados antropométricos (IMC, % de gordura e circunferência abdominal, os componentes bioquímicos (concentrações plasmáticas de glicose, triglicerídeos, colesterol total, HDL-c e LDL-c e a dieta, por meio do recordatório de 24 horas. A qualidade da dieta foi avaliada pelo Índice de Alimentação Saudável. A pressão arterial foi mensurada de acordo com a V Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial e classificada de acordo com o NCEP-ATPIII. A regressão logística foi realizada para determinar a probabilidade de alterações na PAS e PAD de acordo com a ingestão dietética. Adotou-se como significante o valor de p < 0,05. RESULTADOS: Observou-se correlação positiva da pressão arterial diastólica com o consumo de colesterol e açúcar; e negativa com a ingestão de fibras, porções de óleo e qualidade da dieta. A variedade da dieta ≥ 8 itens alimentares apresentou efeito protetor para alterações da pressão arterial sistólica; OR = 0,361 (0,148-0,878. CONCLUSÃO: A maior variedade da dieta ofereceu efeito protetor para alteração da pressão arterial sistólica.

  4. A proteinúria como fator de risco para retinopatia diabética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Freitas André Moraes

    2002-01-01

    Full Text Available Introdução: A diabete mélito é doença metabólica complexa que envolve hiperglicemia, doença microvascular (retina e rim e neuropatia. A retinopatia e a nefropatia são importantes causas de cegueira e falência renal respectivamente, e complicações relacionadas à diabete mélito. Objetivo: Determinar a relação entre a presença de proteinúria e nefropatia com a gravidade da retinopatia diabética num estudo transversal de pacientes diabéticos. Métodos: Estudo transversal de pacientes diabéticos, sem tratamento oftalmológico prévio, atendidos em serviço de oftalmologia terciário. Estes pacientes foram submetidos a exame fundoscópico, exames laboratoriais e interrogados quanto ao tempo de duração e o tipo de diabete. Comparados os fatores de risco abordados com os achados fundoscópicos. Na análise dos dados quantitativos foi usado o teste t de Student. Resultados: Estudados 81 pacientes, 28 do sexo masculino, 53 do sexo feminino, 28 com diabete insulino-dependente 53 com diabete não-insulino-dependente. Fatores correlacionados estatisticamente com o grupo com retinopatia diabética mais grave incluem: diabete mélito insulino dependente (alfa<0,01, nefropatia (alfa<0,05, proteinúria (alfa<0,05, maior tempo de doença (p<0,001 e valores mais elevados de glicemia de jejum (p=0,01. Conclusões: Concluiu-se que a gravidade de retinopatia diabética está relacionada à presença de proteinúria e nefropatia além de sofrer influência de fatores de risco tais como tempo de duração da doença, tipo de diabete e controle metabólico da doença.

  5. O tabagismo como fator de risco para as doenças periodontais: aspectos microbiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GAETTI-JARDIM JÚNIOR Elerson

    1998-01-01

    Full Text Available O fumo é considerado importante fator predisponente para muitas doenças, incluindo-se as periodontopatias. Desde que as doenças periodontais representam a inter-relação entre os fatores de virulência da microbiota subgengival sobre um hospedeiro susceptível, foi objetivo avaliar a freqüência de isolamento de três periodontopatógenos em indivíduos sadios e pacientes com doença periodontal, fumantes ou não, com níveis variados de higiene bucal; verificar a relação entre o número de microrganismos produtores de sulfeto de hidrogênio na placa subgengival de fumantes e não fumantes e sua condição clínica. Foram examinados 189 pacientes e indivíduos sadios, dos quais 60 foram selecionados para análise microbiológica. O índice de placa foi registrado de acordo com o índice de O'Leary e os espécimes de placa subgengival coletados e processados de acordo com SLOTS35 (1982. A identificação dos isolados foi obtida pelas suas características morfocelulares, morfocoloniais e bioquímico-fisiológicas. Verificou-se que a freqüência de isolamento dos bastonetes anaeróbios produtores de pigmento negro, Fusobacterium nucleatum e bactérias produtoras de sulfeto de hidrogênio foi similar entre fumantes e não fumantes, sendo mais elevada nos pacientes com doença periodontal. Já Actinobacillus actinomycetemcomitans foi isolado mais freqüentemente em sadios fumantes do que sadios não fumantes.

  6. Fatores e motivação para o consumo de bebidas alcoólicas na adolescência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keila do Carmo Neves

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo: Objetivou-se identificar os fatores que influenciam os adolescentes ao consumo de bebidas alcoólicas, suas motivações e seus saberes sobre esta prática. Métodos: Pesquisa quali-quantitativa, convergente-assistencial realizada com 21 adolescentes da cidade do Rio de Janeiro, com idade entre 12 e 18 anos. Realizou-se entrevista semiestruturada e aplicação de um formulário com perguntas fechadas. Resultados: Os resultados mostraram que 18 deles consumiam bebidas alcoólicas, a cerveja é a principal bebida consumida e a diversão, a companhia de amigos e a fuga da realidade são as principais finalidades para o consumo. Conheciam os riscos para si e para os outros, com deterioração do convívio social. Conclusão: A facilidade de acesso incentiva o consumo do álcool e, apesar de conhecerem alguns dos riscos, consomem as bebidas, geralmente, em grupos.

  7. Fatores da evasão discente no curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual da Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Andrade Freitas

    2017-06-01

    Full Text Available Neste trabalho são apresentados os fatores da evasão discente no curso de Engenharia Civil (EC da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB. A motivação deste estudo ocorreu pelo fato do curso fazer parte de uma política de expansão do ensino superior ao extremo norte do estado da Paraíba, no segundo semestre de 2010. Os dados coletados foram obtidos por meio de uma pesquisa quantitativa aplicada aos 178 discentes matriculados do segundo ao nono período. Os resultados apontam que 44,93% dos que ingressaram no curso entre os anos de 2010 a 2015 evadiram, sendo que sua maioria ocorre nos primeiros quatro semestres do curso. Por fim, na opinião dos entrevistados, cabe aos gestores do curso dar ênfase na melhoria da infraestrutura, promover qualificação docente e atualizar o fluxograma das disciplinas para um caráter mais prático.

  8. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1997-10-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  9. Teste de caminhada de seis minutos para avaliação de mulheres com fatores de risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ribeiro

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A atividade física é uma das formas de prevenção ao aparecimento de fatores de risco cardiovascular, como a hipertensão arterial sistêmica (HAS e o diabetes mellitus (DM. Uma das formas de avaliar é o teste de caminhada de seis minutos (TC6, que é um teste submáximo, simples de ser realizado, de baixo custo e alta reprodutibilidade. OBJETIVOS: Comparar o desempenho funcional de mulheres portadoras de risco cardiovascular, por meio do TC6. MÉTODOS: 45 mulheres foram alocadas em três grupos: G1 (com diagnóstico de HAS DM, G2 (diagnóstico de HAS e G3 (voluntárias saudáveis. Inicialmente, as voluntárias realizaram o TC6 com caráter de aprendizado e uma hora depois o teste com caráter avaliativo. Considerou-se como variáveis pré e pós-teste a saturação periférica de oxigênio, a frequência cardíaca, a pressão arterial, a glicose e a distância percorrida. A análise estatística foi realizada com significância estipulada de p < 0,05. RESULTADOS: Todos os grupos aumentaram significativamente a distância percorrida no teste avaliativo, e tiveram acréscimo na pressão arterial e redução do índice glicêmico. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O TC6 pode ser utilizado para avaliação da capacidade funcional de mulheres portadoras de HAS e DM como fatores de risco cardiovascular, demonstrando-se seguro e submáximo.

  10. Prevalência e fatores de risco para brucelose suína em Mossoró-RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro I. Leite

    2014-06-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo determinar a prevalência da brucelose e seus fatores de risco no rebanho suíno de Mossoró/RN. Compreendeu um estudo epidemiológico transversal e de abordagem quantitativa, no qual foram coletadas 412 amostras sanguíneas de suínos provenientes dos principais produtores do município e realizada inspeção das criações com entrevistas aos produtores. Anticorpos anti-Brucella spp. foram detectados pelo teste do antígeno acidificado tamponado (AAT e confirmados pela reação de fixação de complemento (RFC. A prevalência da brucelose nos suínos foi de 27,0% no teste de AAT e 17,5% na RFC. Em 55% das propriedades pesquisadas havia pelo menos um animal positivo, e a prevalência nestas variou de 6,7% a 80,0%. Os fatores de risco que estavam influenciando a ocorrência da doença foram: a presença de ratos nas criações, o contato com bovinos e a faixa etária jovem dos animais. Os resultados do estudo permitiram concluir que o agente etiológico da brucelose estava circulando em suínos do município de Mossoró-RN, com elevada prevalência no rebanho e nas propriedades, evidenciando o risco de transmissão desta zoonose para o homem.

  11. Genes relacionados ao metabolismo dos fosfolípides como fatores de risco para o transtorno afetivo bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meira-Lima Ivanor V

    2003-01-01

    Full Text Available Os estudos de epidemiologia genética fornecem consistente evidência de que o componente genético tem um papel preponderante no risco para o Transtorno Afetivo Bipolar (TAB, embora genes de vulnerabilidade ainda não tenham sido identificados de forma inequívoca. Nesta atualização os autores apresentam dados demonstrando que os fosfolípides exercem um relevante papel nos processos de sinalização intracelular e que estudos da neuroquímica dos estabilizadores do humor convergem em apontar para uma ação destas drogas nas vias de transdução de sinais reguladas pelas fosfolipases. Concluem que investigações de variantes nos genes que codificam enzimas do metabolismo dos fosfolípides como potenciais genes de susceptibilidade podem ampliar o conhecimento acerca dos fatores de risco e dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos no surgimento destes transtornos do humor.

  12. Fatores de risco para hipoglicemia em pacientes que usam infusão contínua de insulina endovenosa na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Teixeira Paixão

    2014-12-01

    Full Text Available Trata-se de revisão descritiva dos fatores de risco para hipoglicemia em pacientes com infusão contínua de insulina na terapia intensiva. Buscaram-se publicações entre 2006 e 2012, em livros e artigos de bases indexadas em bibliotecas virtuais. Selecionadas oito publicações ordenadas em categorias que tratavam da hipoglicemia, terapia nutricional e protocolos glicêmicos associados à insulinoterapia venosa. Conclui-se que há fatores de risco comuns à equipe multiprofissional e  o conhecimento desses fatores permitirá a segurança dos pacientes na utilização dessa terapêutica. 

  13. Ocorrência e fatores de risco para Toxoplasma gondii e Neospora caninum em ovinos da região de Guarapuava, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Menegazzo Gheller

    2016-07-01

    Full Text Available A toxoplasmose e neosporose são doenças que podem afetar os animais de produção causando perdas econômicas significativas. Sabendo disso, foram determinados os fatores de risco e a ocorrência de anticorpos anti-Toxoplasma gondii e anti-Neospora caninum em 81 ovinos de sete propriedades da região de Guarapuava, Paraná, Brasil. A pesquisa de anticorpos foi realizada por meio da Reação de Imunofluorêscencia Indireta (RIFI e foi observada uma frequência de 40,74% para T. gondii e de 3,70% para N. caninum. Os fatores de risco pressupostos para ambas as infecções foram: o contato direto dos ovinos com felinos, para T. gondii, e com cães para N. caninum, presença de aborto no rebanho e o acesso de outras espécies animais ao mesmo bebedouro dos ovinos. Por meio do Teste Exato de Fisher foram calculados o IC (95%, Odds ratio e o valor de p, os quais não revelaram associação entre a ocorrência de anticorpos e os fatores de riscos analisados. Pode-se afirmar que os protozoários T. gondii e N. caninum estão presentes entre os rebanhos de ovinos dessa região.

  14. Fatores Determinantes da Aprendizagem Organizacional para a Inovação Ambiental: Um Estudo Multicaso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Ricardo Jacomossi

    2017-09-01

    Full Text Available Conforme as questões ambientais orientam as ações das empresas por meio de sua agenda de inovação, a aprendizagem organizacional surge como importante elemento de análise. Sugere-se que as noções de aprendizagem organizacional e aprendizagem para a sustentabilidade devam convergir, estabelecendo-se como antecedentes do próprio processo de inovação ambiental e denotando, a partir deste ponto, um novo campo de análise – o da Aprendizagem Organizacional para a Inovação Ambiental. Este trabalho tem como objetivo identificar os indutores que determinam a aprendizagem organizacional para a inovação ambiental. Para tanto, foi elaborado um modelo conceitual de análise que foi aplicado por meio de um estudo multicaso em três empresas. Das diversas variáveis analisadas, a regulação, o papel do empreendedor, o trabalho de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D em redes e a existência de um processo de gestão ambiental se mostraram influentes para a consolidação do processo de aprendizagem. Infere-se que as influências das variáveis do processo de aprendizagem organizacional para a inovação ambiental diferem quanto à intensidade em função do modelo de negócio adotado, do grau de autonomia dos gerentes, do tipo de educação ambiental recebido pelos funcionários, do ambiente cultural e do perfil do empreendedor.

  15. Modelo Preditivo para Cesariana com Uso de Fatores de Risco Predictive Model using Risk Factors for Cesarean Section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo de Almeida Cunha

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivos: Identificar fatores anteparto relacionados à ocorrência de cesariana. Construir modelo preditivo de cesariana. Pacientes e Métodos: Foram estudados todos os 843 partos assistidos em unidade obstétrica de nível III, no período de junho de 1993 a novembro de 1994.O delineamento do estudo foi de coorte do tipo retrospectivo. O critério de inclusão foi de recém-nascido vivo pesando 1.000 g ou mais. A variável dependente foi cesariana, dicotomizada como presente ou ausente. As variáveis independentes foram os fatores anteparto relacionados à cesariana. Para a construção do modelo foi utilizada a regressão logística. Resultados: O modelo multivariado mostrou risco de cesariana de acordo com as seguintes variáveis independentes: adolescência (idade inferior a 20 anos, odds ratio (OR = 0,396; idade materna igual ou superior a 28 anos, OR = 2,133; antecedente de parto normal, OR = 0,626; antecedente de cesariana OR = 4,576; assistência pré-natal, OR=2,346; apresentação pélvica, OR = 4,174; gemelaridade OR = 14,065; hemorragia da segunda metade da prenhez, OR = 28,189; pré-eclampsia leve, OR = 2,180; pré-eclampsia grave, OR = 16,738; hipertensão arterial crônica, OR = 4,927, e outras intercorrências maternas, OR = 2,012. O modelo matemático mostrou concordância entre a probabilidade prevista e a resposta observada em 82,3%, o que indica sua eficiência. Conclusões: Foram identificados 12 fatores anteparto relacionados à ocorrência de cesariana. Foi possível construir modelo preditivo de cesariana utilizando os fatores de risco anteparto identificados no presente estudo.Purpose: to investigate antepartum factors related to cesarean section and develop a cesarean section predictive model. Methods: the study design was a retrospective cohort which included all the cared 843 deliveries in a third level unit from June 1993 through November 1994. Children with 1,000 g birthweight and above were included. The

  16. Fatores determinantes da letalidade após cirurgia para endocardite infecciosa Postoperative mortality in infective endocarditis: determinant factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles André

    1997-06-01

    Full Text Available Estudamos a influência de dados demográficos, fatores predisponentes, aspectos clínicos, variáveis operatórias sobre a evolução em 39 pacientes operados por endocardite infecciosa (EI. Utilizamos os testes t de Student, X²ou exato de Fisher em análises univariadas, regressão logística para determinação de fatores adversos independentes. O impacto do número destes fatores sobre a evolução foi estudado pelo teste exato de Fisher. Valvas mais afetadas: aórtica (20 e mitral (16; germes mais comuns: Staphylococcus aureus (12 e Streptococcus sp (10. Cirurgia de emergência e a presença de coma seis horas após a operação elevaram a letalidade (p=0,001 e p=0,0015, bem como infecção pelo S.aureus (p=0,023 e presença de complicações neurológicas (p=0,097. A concomitância de dois ou três destes fatores elevou particularmente a letalidade (>76,9%. Pacientes com EI devem receber cuidadosa avaliação quanto a indicação cirúrgica nas fases iniciais da doença, já que a concomitância de variáveis adversas e cirurgias em caráter de emergência elevam fortemente a letalidade por EI.The factors leading to high postoperative mortality in active infectious endocarditis (IE are poorly defined. We studied patients operated at an University Hospital between March 1978 and April 1992. We hipothesized that the summation of potential adverse factors would strongly increase mortality after surgery. We studied 39 patients (28 men, age range 13-70 years (mean±SD =32±16 operated during active IE (time from onset 52+48 days. Predisposing factor: rheumatic valvar disease in 14 cases, intravenous drug use in 5. Affected valves: aortic in 14, mitral in 10, tricuspid in 8, multiple structures in 7. In most cases, S aureus (12 or Streptoccocus sp (10 was isolated in blood cultures. Surgery was indicated in most patients because of heart failure (30, multiple embolic complications (17 or treatment failure (14. The possible adverse influence of

  17. Predictive factors for spasticity among ischemic stroke patients Fatores preditivos para espasticidade após acidente vascular cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia dos Reis Moura

    2009-12-01

    Full Text Available Spasticity is a determining for functional loss following ischemic stroke. OBJECTIVE: To detect possible predictive factors for its occurrence. METHOD: Demographic, clinical and tomographic data on 146 stroke patients were analyzed. RESULTS: Spasticity was noted more frequently among patients who underwent physiotherapy (pA espasticidade é fator determinante para perda funcional após o acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI. OBJETIVO: Detectar possíveis fatores preditivos para a ocorrência da espasticidade. MÉTODO: Foram analisados dados demográficos, clínicos e tomográficos de 146 pacientes pós-AVCI. RESULTADOS: Na análise univariada a espasticidade foi notada com maior freqüência em pacientes que realizaram fisioterapia (p<0,0001; OR=19,4; 95% CI: 4,4-84,5, com maior tempo de duração desse tratamento (p=0,028; OR=4,80; 95% CI: 1,1-8,3 e que realizavam trabalho braçal (p=0,041; OR=2,2; 95% CI: 1,02-4,6, renda menor (p=0,038, referência de dor (p<0,0001; OR=107,0; 95% CI: 13,5-847,3 e seu aparecimento simultâneo à espasticidade (p<0,0001, acidente vascular cerebral (AVC pregresso (p=0,001; OR=4,2; 95% CI: 1,7-10,3, fraqueza muscular (p<0,0001; OR=91,9; 95% CI: 12,0-699,4, lesão tomográfica extensa (p=0,01 e lesão afetando mais de um lobo cerebral (p=0,018. Na análise de regressão multivariada a atividade braçal apresentou risco relativo de 2,9; acidente vascular cerebral prévio com risco relativo de 3,9 e lesão tomográfica extensa risco relativo de 3,6. CONCLUSÃO: A espasticidade afetou um quarto da população estudada e esteve associada ao trabalho braçal, AVC pregresso, lesões tomográficas extensas, diminuição da renda individual, realização de fisioterapia, realização de fisioterapia por um período maior, presença de dor, surgimento da dor simultânea à espasticidade e alteração da força.

  18. Fatores de risco para nascimento de crianças pequenas para idade gestacional Risk factors for small-for-gestational age births among infants in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Krusser Zambonato

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores de risco para o nascimento de crianças pequenas para a idade gestacional. MÉTODOS: Nos meses de outubro a dezembro de 1996, cinco maternidades de Pelotas, RS, foram visitadas diariamente para entrevistar puérperas. O peso ao nascer foi obtido do registro dos berçários. A idade gestacional foi calculada a partir da data da última menstruação. Considerou-se como pequena para a idade gestacional (PIG aquelas crianças cujo peso ao nascer, de acordo com o sexo e a idade gestacional, estava abaixo do percentil 10 da população de referência de Williams. O teste qui-quadrado foi usado nas análises bivariadas e a regressão logística, não-condicional, na análise multivariada. RESULTADOS: Foram estudadas 1.082 puérperas e a prevalência de nascimento PIG foi de 13,1%. Mesmo após controle para possíveis fatores de confusão, as crianças cuja renda familiar era ³10 salários-mínimos. Um pré-natal de baixa qualidade também aumentou a chance de PIG (OR: 3,28 IC95% 1,09-9,91. Baixa estatura materna e exposição ao tabaco também estiveram associados com nascimentos PIG. CONCLUSÕES: O baixo nível socioeconômico, tabagismo materno, estatura materna e pré-natal de baixa qualidade foram os principais fatores de risco para PIG.OBJECTIVE: To assess the risk factors for small-for-gestational-age (SGA births. METHODS: All live births occurring in the city of Pelotas, Brazil, between October and December 1993 were identified and mothers interviewed soon after delivery. Birthweight was recorded by the maternity staff. Gestational age was obtained from the mothers' ´recall of their date of last menstrual period. SGA was defined as a birthweight below the 10th percentile for gestational age and sex, according to the reference developed by Williams. Chi-square test and logistic regression were used in the crude and multivariate analysis, respectively. RESULTS: In all, 1082 births were identified. The prevalence

  19. Fatores de risco para mortalidade neonatal, com especial atenção aos fatores assistenciais relacionados com os cuidados durante o período pré-natal, parto e história reprodutiva materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samir B. Kassar

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores de risco para mortalidade neonatal, com especial atenção aos fatores assistenciais relacionados com os cuidados durante o período pré-natal, parto e história reprodutiva materna. MÉTODOS: Trata-se de um estudo caso-controle realizado em Maceió, Nordeste do Brasil. A amostra consistiu de 136 casos e 272 controles selecionados em bancos de dados oficiais brasileiros. Os casos foram todos os recém-nascidos que morreram antes de completar 28 dias de vida, selecionados no Sistema de Informações sobre Mortalidade, e os controles foram os sobreviventes neste período, selecionados no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, por sorteio aleatório entre as crianças nascidas na mesma data do caso. Entrevistas domiciliares foram realizadas com as mães. RESULTADOS: A análise de regressão logística identificou como fatores determinantes para a morte no período neonatal mães com história de filhos anteriores que morreram no primeiro ano de vida (OR = 3,08, o internamento durante a gestação (OR = 2,48, o pré-natal inadequado (OR = 2,49, a não realização de ecografia durante o pré-natal (OR = 3,89, a transferência de recém-nascidos para outra unidade após o nascimento (OR = 5,06, os recém-nascidos internados em UTI (OR = 5,00 e o baixo peso ao nascer (OR = 2,57. Entre as condições socioeconômicas, observou-se uma maior chance para mortalidade neonatal em residências com menor número de moradores (OR = 1,73 e com ausência de filhos menores de cinco anos (OR = 10,10. CONCLUSÕES: Vários fatores que se mostraram associados à mortalidade neonatal neste estudo podem ser decorrentes de assistência inadequada ao pré-natal, ao parto e ao recém-nascido, sendo, portanto, passíveis de serem modificados.

  20. Fatores de risco para diárreia persistente em lactentes Risk factors to persistent diarrhea in infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças Moura Lins

    2003-12-01

    Full Text Available RACIONAL: A diarréia persistente é uma doença multicausal. A análise do risco para o prolongamento do quadro diarréico envolve variáveis ambientais, biológicas e do manejo clínico. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a diarréia persistente em crianças hospitalizadas na fase aguda do quadro diarréico. PACIENTES E MÉTODOS: O estudo foi do tipo caso-controle. A amostra consistiu de 216 crianças menores de 24 meses hospitalizadas por diarréia de início abrupto, no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco, Recife, PE. O grupo de casos incluiu as crianças com diarréia persistente e o de controles aquelas com diarréia aguda. Foram analisadas variáveis socioeconômicas, biológicas, de morbidade anterior, clínicas e do manejo terapêutico prévio à admissão. Utilizou-se o odds ratio não ajustado e ajustado, com seus respectivos intervalos de confiança de 95%, observando-se o nível de significância de 5%. A análise multivariada foi feita através de regressão logística. RESULTADOS: O risco de persistência da diarréia foi maior nas crianças com: disenteria, febre no início do quadro, dieta suspensa e uso de antibiótico à admissão hospitalar. O risco de diarréia persistente foi cerca de três vezes maior para crianças sem geladeira no domicílio e que apresentavam hiperemia perianal ao exame físico na admissão hospitalar, sendo estas as variáveis que apresentaram significância estatística após o ajuste para fatores de confusão. CONCLUSÕES: A melhoria das condições ambientais e o manejo adequado e individualizado da criança hospitalizada por diarréia pode contribuir para a redução da morbidade da doença.BACKGROUND: Persistent diarrhea is a multicausal disease. The analysis of risk factors for persistent diarrhea includes environmental and biological variables as well as therapeutical management. AIM: To identify risk factors for persistent diarrhea among children hospitalized with acute diarrhea

  1. Fatores inerentes ao processo de internacionalização influenciadores da orientação para mercado externo e performance exportadora.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Dalmoro

    2007-09-01

    Full Text Available O processo de internacionalização das empresas está baseado principalmente em fatores internos, controláveis e incontroláveis, existentes em cada empresa e a estratégia de internacionalização adotada. Como resultado deste processo observa-se à orientação para mercado externo e a performance exportadora do empreendimento. A partir deste cenário a presente pesquisa tem como objetivo propor um modelo teórico acerca dos fatores internos e das estratégias de internacionalização influenciadores da Orientação para Mercado Externo e da Performance Exportadora. Para alcançar este objetivo, realizou-se uma abordagem qualitativa através de pesquisa bibliográfica. São apresentadas seis proposições, que resultam em um modelo teórico. O modelo teórico apresenta o processo de internacionalização como um sistema de inside – outside, alimentado pelos fatores internos existentes na empresa e a estratégia de internacionalização e resultando na orientação para mercado externo e na performance exportadora.

  2. CONHECIMENTO DOS TRABALHADORES DA INDÙSTRIA METAL-MECÂNICA SOBRE FATORES DE RISCO PARA DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Bohrer Oliva

    2011-01-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: identificar o conhecimento dos trabalhadores da indústria metalmecânica em relação aos fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC e às atitudes voltadas a sua prevenção. Métodos: estudo com delineamento transversal, realizado com um grupo de trabalhadores da indústria metal-mecânica do sul do Brasil. A amostra foi por conveniência. Os dados foram coletados por meio de um questionário e verificação de medidas antropométricas. Análise descritiva. Resultados: foram incluídos 100 trabalhadores, com idade média de 29,0+10,16 anos, 66% homens. A obesidade foi considerada como fator de risco para DAC por 94% dos trabalhadores, a hipertensão arterial por 88% e hipercolesterolemia por 80%. Em relação às atitudes para prevenção da DAC, 51% da amostra referiram praticar atividade física. Conclusão: a maioria dos entrevistados conhece os principais fatores de risco para DAC. Contudo, as atitudes voltadas à prevenção ainda são limitadas.

  3. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em profissionais de enfermagem: estratégias de promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Jorge Magalhães

    2014-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar os fatores de risco modificáveis e não modificáveis para doenças cardiovasculares presentes nos profissionais de enfermagem, e descrever estratégias de promoção da saúde para o controle e prevenção desses fatores. Estudo documental, quantitativo, realizado com 165 prontuários de profissionais de enfermagem de hospital público de Fortaleza-CE. A análise se deu por estatística descritiva com dados expostos em quadros e tabelas. Nos resultados perceberam-se fatores de risco como antecedentes familiares com hipertensão arterial (72,9%, sedentários (64,9%, peso elevado (56,4%, circunferência abdominal elevada (49,7%, dentre outros. Para estratégias de promoção da saúde podem-se citar: orientações educativas, encaminhamentos e acompanhamento dos dados clínicos. Acredita-se na necessidade de atenção especial para tais profissionais, já que vivenciam uma profissão estressante, enfrentando problemas como insatisfação profissional, falta de reconhecimento financeiro e algumas doenças ocupacionais, o que pode prejudicar a qualidade de vida e dificultar o autocuidado.

  4. Modelo de predição para o volume total de Quaruba (Vochysia inundata ducke via análise de fatores e regressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Diego Rocha Valente

    2011-04-01

    Full Text Available Neste trabalho propôs-se um método para a construção de um modelo de regressão para determinar o Volume de Madeira Total da espécie florestal (Vochysia inundata ducke Quaruba, em função de suas características (Diâmetro à Altura do Peito (DAP, Idade e Altura. O modelo foi determinado utilizando-se a técnica estatística multivariada de Análise de Fatores com do Método das Componentes Principais via Rotação Ortogonal do Tipo Varimax para Extração dos Fatores, procurando contornar o problema da Multicolinearidade. Por fim desenvolveu-se um modelo de Regressão Linear Simples com base nos Escores Fatoriais. O modelo determinado apresentou-se de fácil interpretação e utilização, usando-se um fator e proporcionando um bom ajuste (R² = 96 % aos dados e uma boa capacidade preditiva. Ele atendeu a todas as suposições teóricas para sua existência e utilização.

  5. Trabalhadores da CEASA: fatores associados à fadiga e capacidade para o trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Aparecida Masson

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:avaliar características sociodemográficas, estilo de vida e condições de saúde relacionadas à fadiga e à capacidade para o trabalho.Método:estudo transversal com 90 trabalhadores da Central de Abastecimento de Campinas, com dados coletados em 2011. Foram utilizados três questionários: Fadiga; Índice de Capacidade para o Trabalho e Sociodemográfico.Resultados:na análise de regressão univariada as variáveis associadas a capacidade para o trabalho foram: escolaridade, uso de medicamentos, estresse, dor nos últimos seis meses e dor na última semana. Na análise de regressão univariada as variáveis associadas à fadiga foram: escolaridade, estresse, sonolência, dor nos últimos seis meses, dor na última semana e problemas de saúde.Conclusão:existe necessidade de implantação de programas de promoção da saúde entre estes trabalhadores.

  6. FATORES DE RISCO PARA CÂNCER DE COLO UTERINO EM MULHERES COM HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DANIELE MARY SILVA DE BRITO

    2010-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar los estudios que señalasen factores de riesgo para el desarrollo de cáncer de cuello uterino en mujeres con VIH/SIDA. Estudio documental sacado de artículos publicados entre 1997 y 2008. Para ello se usaron periódicos indexados de las dos bases de datos MEDLINE y LILACS, donde se recopilaron 50 artículos, 20 en MEDLINE y 30 en LILACS. Los trabajos fueron categorizados en factores de riesgo atribuidos 1 Determinante social que abarcó factores tales como redu- cida condición social y económica; tabaquismo; higiene; desnutrición; estigma; déficit de acompañamiento cervical y déficit de conocimiento; 2 Exposición sexual abarcó coitara precoz, múltiplos compañeros; contraceptivos orales y enfermedades sexualmente transmisibles; 3 Condiciones clínicas abarcaron cómputo de células TCD4+ y uso de los antirretrovirales. Los resultados sugieren que la intensificación de la asistencia a la salud de la mujer en la detección de cáncer cervical es necesa- ria, identificándose los factores de riesgo, para el uso de intervenciones en la prevención, diagnóstico y tratamiento de cáncer cervical en las mujeres suero positivas.

  7. Dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares Habitual diet and cardiovascular disease risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cervato

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudo descritivo por amostragem em munícípio do Estado de São Paulo, Brasil, em 1990, com objetivo de analisar, mediante entrevistas domiciliares, a dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos maiores de 20 anos. METODOLOGIA: Foram entrevistados 557 indivíduos, de idade entre 20 e 88 anos, que fazem parte de subamostra de um estudo global na região. A dieta habitual, identificada pelo histórico alimentar foi comparada às recomendações da OMS e os fatores de risco estudados (obesidade, dislipidemias, diabetes melito diagnosticados pelo Índice de Massa Corpórea e dosagens bioquímicas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se que 60% da população consome dieta com energia total abaixo da estimativa das necessidades e que a contribuição calórica dos carboidratos foi de 56%, dos lipídios de 29% e das proteínas de 15%. Entretanto, na análise por percentil, a contribuição calórica dos lipídios e das proteínas encontra-se muito acima dos padrões recomendados em detrimento dos carboidratos. A energia, distribuição calórica e quantidade de colesterol foi adequada em apenas 5% das dietas. Dentre os fatores de risco para doenças cardiovasculares estudados observou-se a prevalência de obesidade em 38% dos indivíduos, de dislipidemias em 26% e de diabetes melito em 5%. A atividade física leve preponderante com dieta inadequada, tanto em termos de qualitativos quanto quantitativos, agravam ainda mais esse quadro.INTRODUCTION: A survey by sampling in a county of the State of S. Paulo in 1990 sought, by means of home interviews, to analyse the habitual diet and risk factors for cardiovascular disease of people over 20 years of age. METHODOLOGY: Of the sub-specimen of a comprehensive study population, 557 individuals, aged between 20 and 88, were interviewed. The habitual diet, characterized by the dietary history, was compared with the recommendations on energy and nutrients of the

  8. Fatores da qualidade de vida no trabalho intervenientes na transição para aposentadoria

    OpenAIRE

    Grudzinski, Silvia Cristina

    2016-01-01

    O crescimento demográfico da população de idosos vem aumentando cada vez mais no Brasil e em vários países do mundo. Consequentemente as empresas serão um dos setores mais afetados por este crescimento no Brasil, uma vez que terão que recolocar ou manter estes funcionários trabalhando por mais alguns anos. Este fato aliado a bons programas de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) e ao Potencial Motivador do Trabalho (PMT) pode ser uma perspectiva positiva para manter este trabalhador no mercado...

  9. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes Prevalence and risk factors for smoking among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.OBJECTIVE: Tobacco smoking is one of the main causes of preventable disease and premature disability. Th estudy was aimed at measuring smoking prevalence and related risk factors among adolescents. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out in a representative sample of 1,187 adolescents aged 10 to 19 years living in the urban area of Pelotas, southern Brazil. All adolescents were interviewed separately using a confidential coded questionnaire. Kaplan-Meier test was performed for survival curve analysis. RESULTS: The overall smoking prevalence

  10. Fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Casado Costa

    2012-06-01

    Full Text Available No Brasil, devido às mudanças nos perfis demográfico, epidemiológico e nutricional da população, as doenças infecciosas vêm cedendo lugar às crônicodegenerativas. Em face da grande heterogeneidade demográfica, social e econômica do país, são exigidas ações de saúde pública que sejam direcionadas às realidades locais. Com o objetivo de identificar os fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros, foi realizado um inquérito domiciliar, entre junho de 2002 e outubro de 2005, em amostra representativa de 18 capitais brasileiras. As prevalências dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis foram: excesso de peso; atividade física irregular ou sedentarismo;consumo de cigarros; consumo de álcool de risco; hipertensão arterial referida; diabetes referida; e hipercolesterolemia referida. A ausência de fatores de risco foi observada em apenas 8,5% da população entrevistada. Conclui-se que a alta prevalência de exposição a pelo menos um dos fatores de risco estudados evidencia que as ações em saúde devem ser multifatoriais e não dirigidas somente a um fator isolado.

  11. Risk factors for atopic eczema in school children Fatores de risco para eczema atópico em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo F. Wandalsen

    2005-03-01

    %: 2,4 a 7,1 e paterna de eczema (OR: 2,6; IC95%: 1,4 a 5,0, presença de pó no dormitório (OR: 1,6; IC95%: 1,1 a 2,4, menor escolaridade materna (OR: 1,7; IC95%: 1,1 a 2,7, relato de sibilos no último ano (OR: 1,9; IC95%: 1,2 a 2,8 e de rinite alguma vez (OR: 1,7; IC95%: 1,1 a 2,9. CONCLUSÕES: a análise dos dados sugeriu haver um padrão específico de herança genética para o EA. A presença de pó no quarto foi o único fator de risco ambiental encontrado. Sintomas e diagnóstico de outras doenças atópicas associaram-se fortemente às manifestações de EA.

  12. FATORES DETERMINANTES PARA A CONFIGURAÇÃO DA CADEIA REVERSA DE EMBALAGENS DE AÇO PARA BEBIDAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Cavalcanti Sá Abreu

    2011-12-01

    Full Text Available O trabalho identifica e analisa a formação da cadeia reversa de embalagens de aço para bebidas. Utiliza-se o modelo de Delmas e Toffel (2004 para a identificação e configuração das pressões institucionais das partes interessadas e suas influências nas práticas de gestão ambiental. Foram entrevistadas as empresas chaves participantes da cadeia, que incluem a fabricante de embalagens de aço, a empresa envasadora de bebidas e a recicladora das embalagens de aço, usando uma abordagem qualitativa. Como resultado, o trabalho apresenta o desenho da cadeia direta e reversa da embalagem de aço e as pressões dos stakeholders nas estratégias ambientais das empresas entrevistadas. O trabalho identificou o esforço das empresas na estruturação da cadeia reversa, através de subsídios privados da empresa fornecedora da embalagem de aço, em decorrência da pressão exercida pela empresa cliente, levando a operacionalização de um complexo programa de reciclagem.

  13. Gestão do Conhecimento Corporativo: Um Fator de Competitividade para as Organizações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine da Silva Schröeder

    2011-12-01

    Full Text Available O conhecimento adquirido ao longo dos tempos levou o homem a deixar de ser nômade, evoluindo processos relacionados à agricultura e pecuária e, com isso, descobriu que poderia cultivar seus alimentos e domesticar os animais, não precisando mudar de um lugar para outro para garantir sua sobrevivência. Porém, naquela época, não foi possível documentar o conhecimento que haviam adquirido e a tecnologia que desenvolveram. Graças ao conhecimento adquirido pelo homem ao longo dos tempos, temos avançadas tecnologias que nos proporcionam melhor qualidade de vida e de trabalho. A sociedade contemporânea está se caracterizando pela velocidade que as mudanças estão ocorrendo no ambiente, ocasionadas pela globalização e pelo fácil acesso a informação, o que vem gerando constantemente novos conhecimentos.  As organizações dessa nova sociedade devem estar preparadas para essas constantes mudanças, para que assim se mantenham competitivas e possam se perpetuar no mercado. À respeito disto, a gestão do conhecimento ganhou notoriedade nas discussões acadêmicas e organizacionais devido à relevância do assunto como forma de transformá-lo em fatores competitivos. Desta forma, o presente artigo pretende apresentar e discutir as teorias e ferramentas pertinentes à criação, disseminação e utilização dos inúmeros conhecimentos gerados pelas pessoas nas organizações. Este estudo justifica-se pela temática contemporânea e ainda em fase de desenvolvimento e da importância do referido no cenário globalizado e competitivo. A metodologia utilizada foi de caráter bibliográfico e as perspectivas geradas pela discussão giram em torno das ferramentas existentes para a criação e disseminação do conhecimento organizacional como a universidade corporativa ou a simples adoção de reuniões expositivas para a geração de idéias voltadas ao cenário das organizações. Além destas, as organizações podem utilizar sistemas

  14. Gestão do Conhecimento Corporativo: Um Fator de Competitividade para as Organizações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine da Silva Schröeder

    2011-12-01

    Full Text Available O conhecimento adquirido ao longo dos tempos levou o homem a deixar de ser nômade, evoluindo processos relacionados à agricultura e pecuária e, com isso, descobriu que poderia cultivar seus alimentos e domesticar os animais, não precisando mudar de um lugar para outro para garantir sua sobrevivência. Porém, naquela época, não foi possível documentar o conhecimento que haviam adquirido e a tecnologia que desenvolveram. Graças ao conhecimento adquirido pelo homem ao longo dos tempos, temos avançadas tecnologias que nos proporcionam melhor qualidade de vida e de trabalho. A sociedade contemporânea está se caracterizando pela velocidade que as mudanças estão ocorrendo no ambiente, ocasionadas pela globalização e pelo fácil acesso a informação, o que vem gerando constantemente novos conhecimentos. As organizações dessa nova sociedade devem estar preparadas para essas constantes mudanças, para que assim se mantenham competitivas e possam se perpetuar no mercado. À respeito disto, a gestão do conhecimento ganhou notoriedade nas discussões acadêmicas e organizacionais devido à relevância do assunto como forma de transformá-lo em fatores competitivos. Desta forma, o presente artigo pretende apresentar e discutir as teorias e ferramentas pertinentes à criação, disseminação e utilização dos inúmeros conhecimentos gerados pelas pessoas nas organizações. Este estudo justifica-se pela temática contemporânea e ainda em fase de desenvolvimento e da importância do referido no cenário globalizado e competitivo. A metodologia utilizada foi de caráter bibliográfico e as perspectivas geradas pela discussão giram em torno das ferramentas existentes para a criação e disseminação do conhecimento organizacional como a universidade corporativa ou a simples adoção de reuniões expositivas para a geração de idéias voltadas ao cenário das organizações. Além destas, as organizações podem utilizar sistemas

  15. Fatores determinantes na escolha do sistema de custos para dar suporte ao processo de gestão: um estudo nas grandes empresas de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Catarina Pereira

    2004-11-01

    Full Text Available O artigo analisa os fatores determinantes na escolha do sistema de custos nas grandes empresas de Santa Catarina, para dar suporte ao processo de gestão empresarial. A pesquisa foi realizada em 17 grandes empresas de Santa Catarina, de diversos ramos de atividade. Foram levantados os sistemas de custos utilizados, o tempo de utilização do atual sistema, a extensão de implantação, a integração entre este sistema e outros sistemas operacionais. Também buscou-se informações sobre os fatores determinantes na escolha do sistema de custos implementado nas empresas pesquisadas, as dúvidas e como estas foram superadas, bem como o papel do sistema de custos na gestão empresarial. A pesquisa realizada é do tipo exploratória, a partir de entrevistas semi-estruturadas e de análise documental. Os resultados da pesquisa permitiram identificar, como fatores determinantes para escolha de um sistema de custos, O auxílio à tomada de decisões e a gestão estratégica de custos. O custo de implantação foi considerado pelas empresas pesquisadas como um fator de pouca relevância. Observou-se que as grandes empresas usam no mínimo três métodos de custeio, um para cada tipo de informação desejada. Ainda, as empresas pesquisadas foram unânimes em responder que a maior deficiência dos sistemas de custos é não oferecerem projeções e estudos de cenários.

  16. Prevalência dos fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matos Maria de Fátima Duarte

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras. MÉTODOS: Em estudo descritivo transversal, foram avaliados clínica e laboratorialmente, de março de 2000 e fevereiro de 2001, empregados do Centro de Pesquisas da Petrobras, tendo sido excluídos os que não compareceram à realização do exame médico periódico anual de 2000. Calculados o percentual da ocorrência dos fatores de risco e a média e o desvio padrão das variáveis bioquímicas, da pressão arterial e do índice de massa corpórea. RESULTADOS: De um total de 1.191 empregados, foram estudados 970, sendo 75,4% homens e 24,6% mulheres, com idade média de 42,2 anos. A prevalência de fatores de risco foi o sedentarismo (67,3%, o colesterol > 200 mg/dl (56,6%, o sobrepeso (42%, a obesidade (17%, a hipertensão arterial (18,2%, o tabagismo (12,4% e o diabetes mellitus (2,5%. CONCLUSÃO: A elevada prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular, em indivíduos jovens, alerta para a necessidade de adoção de programas de promoção de saúde e prevenção de doenças no ambiente de trabalho.

  17. Judocas olímpicos Brasileiros: fatores de apoio psicossocial para o desenvolvimento do talento esportivo Olympic judo athletes: psychosocial support elements to sports talent development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Massa

    2010-12-01

    Full Text Available Embora no Brasil o judô possua tradição olímpica, pouco se conhece sobre os aspectos que contribuem para o desenvolvimento do talento no cenário nacional. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi analisar os fatores de apoio psicossocial presentes no desenvolvimento de judocas brasileiros talentosos do sexo masculino. Para tanto, se utilizou uma amostra de seis judocas, pertencentes à seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Atenas, 2004. A pesquisa foi constituída através de um delineamento qualitativo, que utilizou como instrumento uma entrevista composta por três perguntas abertas. Para a análise dos resultados foi utilizado o "Discurso do Sujeito Coletivo". Os discursos indicaram a importância dos fatores relacionados : a ao apoio da família; b ao prazer pela prática; e c a determinação dos judocas, corroborando com a literatura internacional no que tange a relevância dos fatores psicossociais para o desenvolvimento do talento em diferentes domínios do conhecimento.Although judo is a traditional Olympic Sport in Brazil, little is known regarding the key aspects to develop talents at the national scenario. The objective of this study was to analyze the psychosocial supporting factors that are seen in the development of talented male Brazilian Judo athletes. A sample of 6 athletes that were in the Athens Olympic Games of 2004 was studied. Research was designed on qualitative basis and used a three open questions interview as investigative tool. Results were analyzed using the discourse of the collective subject. Discourses indicated as important, factors related to: a family support; b pleasure in practice; and c athletes determination, reinforcing the international scientific literature regarding the importance of psychosocial factors to talent development in several knowledge domains.

  18. O trabalho como fator de risco ou fator de proteção para o consumo de álcool e outras drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Piedad Liliana Carrillo Lancheris

    2004-01-01

    Full Text Available Estudio de naturaleza exploratoria y descriptiva con abordaje epidemiológico. El presente estudio tuvo como objetivo general analizar el conocimiento, las opiniones y expectativas de los trabajadores acerca del uso y abuso de alcohol y otras drogas, proyectando la promoción de la salud en el trabajo. Los objetivos específicos son: trazar el perfil sociodemográfico de los trabajadores de la empresa de estudio; identificar los factores de riesgo relacionados con hábitos y/o constumbres en el ambiente de trabajo y analizar las informaciones de los trabajadores acerca del fenómeno “uso y abuso de alcohol y otras drogas”. Se concluye que existen especificidades, circunstancias y elementos en las diferentes formas de actividad laboral que constituyen factores de riesgo para los consumos, la actividad laboral resulta ser un factor evidente de protección para estos mismos fenómenos, especificamente para la empresa de este estudio. En relación al conocimiento sobre drogas, los trabajadores han adquirido a través de los medios de comunicación; sus opiniones y expectativas apuntan estrategias de prevención mediante la educación en el trabajo.

  19. Características sociodemográficas e fatores importantes para a manutenção da saúde em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina Sales

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar fatores importantes para a manutenção da saúde e as características socioeconômicas e demográficas de mulheres usuárias de Unidades Básicas de Saúde. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico, realizado em 2011, envolvendo 204 mulheres assistidas em 16 unidades do município de Queimadas, Paraíba. Obtiveram-se informações referentes às características demográficas (local de moradia, cor da pele, idade e situação conjugal, socioeconômicas (nível de escolaridade e recebimento do Bolsa Família, e hábitos de vida (alimentação, tabagismo, consulta médica, sedentarismo, ingestão de bebidas alcoólicas, controle do peso e do estresse por meio de questionário, ao qual aplicou-se estatística descritiva e razão de prevalência. Resultados: As participantes apresentaram idade média de 28,22 anos (DP=6,49. A maioria residia na zona rural (n=126; 61,76%, declarou saber ler ou escrever (n=184; 90,2% e receber o benefício Bolsa Família (n=153; 75,0%. Os fatores mais importantes para a manutenção da saúde foram a alimentação saudável (n=126; 61,8%, o não tabagismo (n=21; 10,3% e a consulta médica regular (n=19; 9,3%. As variáveis socioeconômicas e demográficas não apresentaram associações estatísticas significativas com os fatores importantes para manutenção da saúde. Conclusão: A população estudada reconhece a alimentação saudável, o não tabagismo e as consultas médicas regulares como os fatores mais importantes para a manutenção da saúde.

  20. Placenta Prévia: Fatores de risco para o Acretismo Placenta Previa: Risk Factors for Accretion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Regina Torloni

    2001-08-01

    Full Text Available Objetivo: investigação dos fatores de risco associados ao acretismo em pacientes com placenta prévia (PP. Métodos: foi realizada uma análise retrospectiva caso-controle de todos os prontuários de pacientes com diagnóstico de PP que tiveram seus partos na Maternidade Escola Vila Nova Cachoeirinha (São Paulo entre 1986 e 1998. O grupo com acretismo foi comparado ao grupo sem acretismo quanto à idade, paridade, antecedentes de abortamentos, curetagens e cesarianas, o tipo de PP e a área predominante de inserção placentária. Para avaliar a associação entre a variável dependente (acretismo placentário e as variáveis independentes (características maternas e placentária foram utilizados o teste do chi², análise univariada e multivariada, considerando-se significantes os valores de p Purpose: to investigate risk factors associated with accretion in placenta previa (PP patients. Methods: this was a retrospective case-control study of all the records of patients who delivered between 1986-1998 at Maternidade Escola de Vila Nova Cachoeirinha (São Paulo with a diagnosis of placenta previa. The groups with and without accretion were compared regarding age, parity, previous history of miscarriage, curettage and cesarean section, type of PP and predominant area of placental attachment. Possible associations between the dependent (accretion and independent (maternal and placental characteristics variables were evaluated using the chi² test, univariate and multivariate analyses. Results: reviewing 245 cases of PP, two risk factors were significantly associated with accretion: central placenta previa (odds ratio (OR: 2.93 and two or more previous cesarean sections(OR: 2.54. Based on these data, a predictive model was constructed, according to which a patient with central PP and two more previous cesarean sections has a 44.4% risk for accretion. Conclusions: results of the current study may help obstetricians in the classification of their

  1. Fatores Determinantes para Adoção de Planos de Opções de Ações em Companhias Abertas Brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geovanne Dias de Moura

    2016-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi identificar os fatores determinantes para adoção de planos de opções de ações em companhias abertas brasileiras. Para tal, realizou-se pesquisa descritiva, conduzida por meio de análise documental e abordagem quantitativa, com emprego de regressão logística. A amostra foi composta de 158 companhias, com dados referentes ao período de 2009 a 2012. Os resultados evidenciaram um crescimento na quantidade de empresas que possuíam planos de opções de ações no período. Entre os fatores tamanho da empresa, restrição de liquidez, concentração acionária, problema de horizonte, participação acionária do CEO, dualidade do cargo de CEO e presidente do conselho de administração, descritos na literatura como influenciadores para a utilização de planos de opções de ações, três se confirmaram na amostra analisada. Os fatores “liquidez corrente”, no período de 2010 a 2012; “problema de horizonte”, no período de 2009 a 2012; e “participação acionária”, no ano de 2012, fornecem mais evidências de relações positivas no cenário brasileiro.

  2. Risk factors for infant developmental problems Factores de riesgo para problemas de desarrollo infantil Fatores de risco para problemas de desenvolvimento infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margaret Rose Santa Maria-Mengel

    2007-10-01

    procedimientos de intervención preventiva en programas de Salud de la Familia.Este estudo descritivo-correlacional teve por objetivo detectar riscos para problemas do desenvolvimento da criança nos quatro primeiros anos, identificar recursos protetores no ambiente familiar e verificar as melhores variáveis preditoras do desenvolvimento em risco, em amostra não-clínica composta por 120 crianças cadastradas em um Programa de Saúde da Família. Utilizaram-se instrumentos de avaliação do desenvolvimento global, da linguagem expressiva da criança e do ambiente familiar. A análise de regressão logística indicou que quanto menor a escolaridade do pai, maior a chance de risco para problemas de desenvolvimento. A história do estado nutricional abaixo do normal aos seis meses de idade e o risco psicossocial no ambiente familiar aumentava a probabilidade de problemas de linguagem expressiva. Conclui-se que a triagem de riscos para problemas de desenvolvimento da criança e a análise dos fatores psicossociais do contexto familiar devem ser incluídas como procedimento de intervenção preventiva em Programas de Saúde da Família.

  3. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em idosos de um município do interior de Minas Gerais

    OpenAIRE

    Diniz, Marina Aleixo; Tavares, Darlene Mara dos Santos

    2013-01-01

    Esta pesquisa objetivou descrever as características sociodemográficas dos idosos de um município de pequeno porte, identificar a prevalência dos fatores de risco cardiovascular e compará-los entre os sexos e as faixas etárias. Tratou-se de um estudo de prevalência, constituído por 134 idosos. A coleta de dados foi realizada de abril a junho/2009 por meio de entrevista e aferição de dados antropométricos. Para análise utilizou-se frequência simples e teste de qui-quadrado (p

  4. Fatores de risco para macrossomia fetal em gestações complicadas por diabete ou por hiperglicemia diária

    OpenAIRE

    Kerche,Luciane Teresa Rodrigues Lima; Abbade,Joelcio Francisco; Costa,Roberto Antonio Araújo; Rudge,Marilza Vieira Cunha; Calderon,Iracema de Mattos Paranhos

    2005-01-01

    OBJETIVO: identificar fatores de risco para a macrossomia fetal na população de gestantes portadoras de diabete ou hiperglicemia diária. MÉTODOS: estudo retrospectivo, tipo caso-controle, incluindo 803 pares de mães e recém-nascidos desta população específica, distribuídos em dois grupos: macrossômicos (casos, n=242) e não macrossômicos (controles, n=561). Foram comparadas variáveis relativas à idade, paridade, peso e índice de massa corporal (IMC), ganho de peso (GP), antecedentes de diabete...

  5. Risk factors for dementia in a rural area of Northeastern Brazil Fatores de risco para demência em uma área rural do nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuela Oliveira de Cerqueira Magalhães

    2008-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify risk factors for dementia among the elderly in a rural area of Northeastern Brazil. METHOD: The subjects assessed were all 60 years old or older, and lived in a rural region of Bahia, a Northeastern State of Brazil. CAMDEX, a structured clinical evaluation protocol, was used for diagnosis, and applied at the home of the subjects. RESULTS: The risk factors identified were divided in accordance with socio-demographic characteristics, the presence of co-morbid conditions, and the use of medications. The variables with strong association with dementia were age, history of stroke, arterial hypertension, and sight impairment. CONCLUSION: Advanced age, arterial hypertension, and vascular brain injury were the main risk factors associated with dementia, which suggests that public health measures adopted to prevent and control modifiable risk factors can mitigate the prevalence of high rates of dementia.OBJETIVO: Identificar fatores de risco para demência entre idosos de uma área rural do nordeste do Brasil. MÉTODO: Os indivíduos avaliados tinham 60 anos ou mais e viviam numa região rural na Bahia, Estado do nordeste brasileiro. Um protocolo de avaliação clínica estruturada - CAMDEX - foi utilizado para diagnóstico e aplicado no domicílio dos indivíduos participantes. RESULTADOS: Os fatores de risco identificados foram divididos de acordo com características sócio-demográficas, a presença de comorbidades e o uso de medicações. As variáveis com forte associação para demência foram idade, história de acidente vascular encefálico, hipertensão arterial e comprometimento visual. CONCLUSÃO: Idade avançada, hipertensão arterial e lesão vascular cerebral foram os principais fatores de risco associados com demência, o que sugere que medidas de saúde pública adotadas para prevenir e controlar fatores de risco modificáveis podem diminuir a prevalência de altas taxas de demência.

  6. Fatores prognósticos para o parto transvaginal em pacientes com cesárea anterior Prognostic factors for vaginal delivery after cesarian section

    OpenAIRE

    Luiz Carlos Santos; Melania M. R. Amorim; Ana Maria Feitosa Porto; Elvira Barbalho Azevedo; Carina Carla Mesquita

    1998-01-01

    O objetivo deste estudo foi determinar os fatores prognósticos para a ultimação do parto por via transpélvica em gestantes com cesárea anterior admitidas em trabalho de parto no CAM-IMIP. Foi realizado um estudo tipo caso-controle, analisando os partos de pacientes com cesárea prévia assistidos no CAM-IMIP no período de janeiro/1991 a dezembro/1994. Foram considerados casos as pacientes com cesárea anterior (n=156) e controles as que tiveram parto transvaginal (n=338). Os critérios de inclusã...

  7. Análise dos fatores de risco anteparto para ocorrência de cesárea Analysis of the risk factors for cesarean section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Angélica Leite de Carvalho Silva

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: criar um modelo preditivo para ocorrência de cesárea na Maternidade Professor Monteiro de Morais após avaliação dos fatores de risco anteparto das gestantes que pariram no período de 1 de setembro de 1999 a 31 de agosto de 2000, e posteriormente verificar a eficiência do serviço na indicação de cesárea. MÉTODOS: foi realizado estudo longitudinal, do tipo caso-controle com 3626 gestantes, no qual se verificou quais os fatores anteparto foram considerados de risco para cesárea, no período de 1 de setembro de 1999 a 31 de agosto de 2000. Posteriormente, criou-se modelo preditivo ideal, o qual permitiu quantificar o risco de cesárea para cada paciente na presença de um ou mais fatores de risco. A seguir, aplicou-se o modelo à amostra do estudo a fim de verificar o grau de concordância entre o risco previsto de cesárea e a realização do ato cirúrgico, ou seja, a eficácia na indicação de cesariana. RESULTADOS: aplicando-se o modelo preditivo na amostra, verificou-se que na ausência dos fatores de riscos anteparto, o risco basal de cesárea foi de 15,2%. O grau de concordância entre o previsto pelo modelo logístico e a ocorrência de cesárea foi de 86,6%. CONCLUSÕES: o modelo logístico permitiu identificar o risco basal de cesárea e quantificar a probabilidade de cesárea a partir da introdução do fator de risco. O modelo pode ser considerado útil e eficaz, uma vez que houve concordância entre o acerto e o previsto em 86,6% para cesariana, e 53,6% das pacientes submetidas ao parto normal, de fato, não tinham fator de risco para cesárea.PURPOSE: to create a predictive model for cesarean section at the "Professor Monteiro de Morais Maternity" after evaluation of antepartum risk factors of the pregnant women who delivered from September 1, 1999 to August 31, 2000, and then, to verify the efficacy of indication for cesarean section. METHODS: a longitudinal, case control study with 3.626 pregnant women was

  8. Fatores de risco sociais, familiares e comportamentais para obesidade em adolescentes Social, familial, and behavioral risk factors for obesity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Monteiro

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores de risco sociais, familiares, comportamentais e psicológicos para obesidade na adolescência. MÉTODO: Estudo de casos e controles aninhado a uma coorte de base populacional seguida desde o nascimento, em 1982. Os casos incluíram os adolescentes obesos conforme a definição da Organização Mundial da Saúde. Os controles foram constituídos por uma amostra aleatória da coorte, examinada em 1997 e 1998. Informações sobre fatores de risco foram obtidas dos arquivos da coorte, coletadas em diversas idades. A análise multivariada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: Os fatores de risco variaram conforme o sexo. Em meninos, a renda familiar maior que 1 salário-mínimo ao nascer aumentou o risco de obesidade em 6 vezes; o traço de ansiedade aumentou esse risco em 4 vezes. O risco aumentou em 10% para cada aumento unitário do índice de massa corporal materno pré-gestacional, em ambos os sexos. O peso materno atual, o fumo, a ingestão de gorduras, e o tempo despendido assistindo à televisão e em atividades físicas não se associaram com obesidade. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que é importante estratificar por sexo os dados de estudos sobre obesidade. Além disso, os fatores relativos a fases precoces da vida mostraram-se mais fortemente associados com obesidade em adolescentes do que os fatores medidos durante a adolescência. Entretanto, não se pode excluir a possibilidade de viés, por exemplo, em termos da informação fornecida pelos adolescentes acerca de dieta e exercício físico. Sempre que possível, o estudo dos fatores de risco contemporâneos para obesidade em adolescentes deve considerar o papel de fatores precoces na vida como prováveis fontes de confusão.OBJECTIVE: To examine the impact of different social, familial, and behavioral factors on the risk of developing obesity in adolescents. METHODS: We performed a case-control study nested in a population-based cohort

  9. Fatores de risco para dependência de álcool em adolescentes Factores de riesgo en adolescentes con dependencia al alcohol Risk factors for alcohol dependence in adolescents

    OpenAIRE

    Leandro Rozin; Ivete Palmira Sanson Zagonel

    2012-01-01

    OBJETIVO: Identificar os fatores de risco para dependência do álcool na adolescência. MÉTODOS: Revisão integrativa com 21 artigos publicados entre 2000 e 2009, capturados nas bases de dados LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS com as palavras-chave: adolescência, risco para dependência e álcool. RESULTADOS: Há evidências de que o álcool é a droga mais consumida por adolescentes, com início entre 14 a 16 anos. Os fatores de risco para dependência estão relacionados ao início precoce do uso, ...

  10. Fatores associados ao risco para transtornos alimentares em corredores de média e longa distância

    OpenAIRE

    Leo Massahiro Moreira Nishimura

    2016-01-01

    Introdução: A alteração da percepção da imagem corporal (IC) está relacionada à busca pelo considerado corpo ideal, padrão este resultado de uma construção histórica influenciada pelo meio sociocultural e também por fatores individuais. Tais fatores, aliados às exigências dos esportes de competição (como performance, adequação de peso e massa corporal), ao stress e à ansiedade consequentes, e também ao fato de que o ambiente esportivo pode ser um meio ampliador de pressões socioculturais moti...

  11. Fatores de risco para o prolapso genital em uma população brasileira Risk factors for genital prolapse in a Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Moura Rodrigues

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de prolapso genital na população brasileira. MÉTODOS: estudo caso-controle envolvendo 316 pacientes que foram submetidas a estadiamento de prolapso, utilizando-se o sistema de quantificação de prolapso dos órgãos pélvicos. As pacientes foram divididas em dois grupos. No Grupo Caso, foram incluídas 107 pacientes com prolapso nos estádios III ou IV, e no Controle, 209 mulheres com estádios 0 ou I. As mulheres selecionadas respondiam à anamnese na qual eram questionadas sobre a presença de possíveis fatores de risco para prolapso genital, tais como: idade, idade da menopausa, paridade, tipos de parto (vaginal, cesariana ou fórcipe, ocorrência de macrossomia fetal, história familiar em parentes de primeiro grau de distopia genital, tosse crônica e constipação intestinal. RESULTADOS: as variáveis que se mostraram diferentes entre os grupos foram: idade, índice de massa corpórea, paridade, número de partos vaginais, de cesarianas, de partos fórcipe, peso do recém-nascido e história familiar positiva para prolapso. Raça, idade da menopausa, tosse crônica e constipação intestinal não se mostraram diferentes entre os grupos. Após a regressão logística, somente três variáveis se apresentaram como fatores de risco independentes: presença de pelo menos um parto vaginal, macrossomia fetal e história familiar positiva. A cesariana se mostrou como fator protetor. CONCLUSÕES: na população brasileira, os fatores de risco independentes para prolapso foram a presença de pelo menos um parto normal, macrossomia fetal e história familiar positiva para distopia.PURPOSE: to evaluate risk factors for the development of genital prolapse in the Brazilian population. METHODS: case-control study involving 316 patients submitted to prolapse staging, according to the pelvic organ prolapse quantification system. The patients were divided into two groups: in the Case Group

  12. Nota fiscal eletrônica reduz custos para o contribuinte?

    OpenAIRE

    Freitas, Vinicius Pimentel de

    2010-01-01

    O presente trabalho tem por objetivo investigar se a adoção de documentos eletrônicos, uma realidade cuja obrigatoriedade é crescente no Brasil, é acompanhada por uma redução nos custos de conformidade das empresas. O autor buscou o referencial teórico em várias áreas do conhecimento: no Direito Tributário e no Direito Civil, na Matemática Aplicada, na Tecnologia da Informação e, por fim, na Contabilidade. Do Direito Civil vieram os conceitos de documento, que juntamente com co...

  13. Fatores preditivos para desenvolvimento da fístula faringocutânea: revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana Boltes Cecatto

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo: Fístula faringocutânea é uma das maiores complicações pós-operatórias de laringectomia total e faringolaringectomia, podendo causar graves efeitos adversos ao paciente e à sociedade. Nosso objetivo é identificar todos os fatores preditivos e as classificações do risco descrito para a formação da fístula. Método: Pesquisa racional foi realizada para identificação de todos os estudos sobre fatores preditivos e classificações/probabilidade de risco ao desenvolvimento da fistula faringocutânea, publicados até abril de 2012 (n = 846. Os estudos incluídos foram analisados e os dados, a identificação, a qualidade metodológica e os resultados foram registrados. Resultados: Um total de 39 estudos foi incluído. As variáveis relacionadas foram deficiência nutricional, ASA, alto consumo de álcool, anemia e hipoalbuminemia, comorbilidades, N avançado, localização/extensão do tumor primário, tratamentos pré- cirúrgicos radioterapia/ quimioradioterapia, traqueostomia de emergência, status das margens cirúrgicas, duração da cirurgia, experiência do cirurgião, complicações locais da ferida cirúrgica, transfusão de sangue intraoperatória e relação entre sonda nasogástrica e alimentação oral. Conclusão: Nos estudos, muitos fatores de risco são associados ao desenvolvimento da fístula faringocutânea. Entretanto, ainda não existe um consenso sobre a seleção dos fatores mais influentes. Foram encontrados somente dois sistemas de classificações de riscos, e nenhum deles foi preditivo do desenvolvimento da fístula faringocutânea.

  14. Fatores ambientais associados ao tempo de decisão para procura de atendimento no infarto do miocárdio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Carneiro Mussi

    2014-10-01

    Full Text Available Objetivou-se estimar o tempo de decisão para procura de atendimento (TD para homens e mulheres com infarto agudo do miocárdio (IAM; analisar a influência de variáveis ambientais no TD e a interação entre gênero e variáveis ambientais para o desfecho TD. Estudo transversal, envolvendo cem pacientes, entrevistados em hospitais de Salvador. Na análise dos dados empregou-se o Qui-quadrado ou Exato de Fisher e o Modelo de Regressão Linear Robusto. Predominou o IAM ocorrido no domicílio, familiares no entorno, e os pacientes sendo alvo de ações equivocadas. Observou-se TD elevado para mulheres (0,9h e homens (1,4h. Aqueles em casa no início dos sintomas tiveram maior TD, comparados aos no trabalho e menor em relação aos em via pública (p=0,047. Houve interação estatisticamente significante entre gênero e viver acompanhado; e entre gênero e ter companheiro e filhos no entorno, para o desfecho TD. O cuidar em enfermagem focalizado nas especificidades de fatores ambientais e de gênero pode otimizar o atendimento precoce.

  15. Estresse e demais fatores de risco para hipertensão arterial entre profissionais militares da área de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael da Silva Soares

    2012-05-01

    Full Text Available A hipertensão arterial sistêmica (HAS representa grave problema de saúde pública no Brasil, pela elevada prevalência e pela acentuada parcela de hipertensos não diagnosticada, ou não tratada de forma adequada, ou ainda pelo alto índice de abandono ao tratamento. O estudo objetivou verificar quais os fatores de risco para a HAS que os profissionais militares da área de enfermagem identificam em seu estilo de vida; classificar os níveis pressóricos dos profissionais. A pesquisa desenvolveu-se através do método quantitativo, embasou-se no tipo de pesquisa descritiva. Participaram do estudo 40 profissionais militares da área de enfermagem, sendo 62,5% mulheres e 37,5% homens. Em relação à idade, 80% estavam abaixo de 40 anos e 20% estavam acima desta idade. Quanto à cor da pele, 52,5% consideraram-se de etnia negra e 47,5% brancos. 31 sujeitos apresentavam pelo menos um parente hipertenso. Foram identificados os seguintes fatores de risco para a HAS: uso de contraceptivos hormonais (8%, tabagismo (7%, etilismo (2%, sedentarismo (21%, estresse (25%, consumo excessivo de sal (11%, obesidade (8% e dieta hipercalórica e hiperprotéica (18%.  A classificação da pressão arterial dos sujeitos revelou que 70% demonstraram valores pressóricos considerados normais ou ótimo, 12,5% valores considerados limítrofes e 17,5% comprovaram HAS. Os dados demonstram um estilo de vida perigoso, que além de contribuir para a incidência de HAS pode estar ligado a inúmeras doenças cardiovasculares como, por exemplo, o infarto agudo do miocárdio e o AVE. O estudo denota a necessidade de mudanças no estilo de vida dos profissionais, pois os fatores de risco associados aos níveis pressóricos podem contribuir para o aparecimento de HAS na população estudada.

  16. Fatores de risco para a síndrome hipertensiva específica da gravidez - doi:10.5020/18061230.2009.p48

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Sousa Araújo Santos

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os fatores de risco da Síndrome Hipertensiva Específica da Gestação (SHEG em gestantes acompanhadas em núcleo de atenção médica integrada. Método: Estudo exploratório-descritivo realizado com 100 gestantes acompanhadas no ambulatório de pré-natal do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI da Universidade de Fortaleza (UNIFOR, em Fortaleza-CE, independentemente de idade, estado civil e renda familiar. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada, entre março e abril de 2008, organizados em tabelas e analisados com base na literatura pertinente. Resultados: A amostra pesquisada tinha idade entre 17 a 31 anos, cor parda, união estável, renda familiar de 1 a 2 salários mínimos, ensino fundamental; eram prendas do lar, seguiam o catolicismo e habitavam moradia própria. Houve o predomínio da multigestação, da primiparidade e do abortamento na faixa etária de 17 a 21 anos. As gestantes apresentavam os fatores de risco da SHEG - idades extremas; multiparidade; alteração de pressão arterial na gravidez atual e na anterior; história familiar e pregressa de pré-eclâmpsia e eclâmpsia, entre a terceira e quarta gestações; conflitos emocionais e gestação múltipla. Conclusões: Constatou-se a presença de fatores de risco para a SHEG na amostra investigada, exceto a obesidade e a paternidade diversa; entre os dados obstétricos dessas mulheres, predominaram multigestação, primiparidade e abortamento.

  17. Uso de fator VII recombinante ativado para tratamento e profilaxia de grandes sangramentos Use of recombinant activated factor VII for treatment and prophylaxis of major bleeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Augusto Henriques Vince

    2009-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O fator VII recombinante ativado (rFVIIa é uma proteína produzida por engenharia genética, cuja estrutura é muito semelhante à do fator VII intrínseco ativado (FVII. Sua ação se baseia no conhecimento do mecanismo de coagulação in vivo agindo na ativação direta do fator X resultando em formação independente de trombina no local da lesão e contribuindo dessa forma para formação de coágulo estável de fibrina sem a ação dos fatores VIII e IX. MÉTODOS: Foi realizada ampla revisão da literatura com o objetivo de determinar os achados recentes relacionados ao uso de fator VII recombinante ativado em pacientes com sangramento severo. RESULTADOS: Constatou-se que o uso de rFVIIa foi iniciado na década de 80 para profilaxia e tratamento de sangramento em pacientes com antecedente de hemofilia A ou B com inibidores de fator VIII e IX, deficiência de fator VII e trombastenia de Glanzmann refratários à reposição plaquetária. Em 1999 seu uso foi ampliado para outras situações clínicas e dessa forma, começaram a ser publicados diversos trabalhos mostrando a eficácia do rFVIIa como agente pró-hemostático em paciente com outras coagulopatias ou pacientes previamente hígidos com história de sangramento agudo de grande monta. Trauma é a principal causa de mortalidade no mundo sendo sangramento incontrolado o principal desafio no atendimento a estes pacientes. É comum a associação de trauma com coagulopatia, necessitando em algumas situações de terapia específica para o tratamento da mesma. Neste momento a terapia adjuvante com rFVIIa deve ser considerada. Outras causas comuns de sangramento são as operações cardíacas e ginecológicas/ obstétricas e doenças envolvendo o fígado. A coagulopatia nesses casos ocorre por deficiência dos fatores dependentes de vitamina K, sendo o FVII o com menor meia-vida. CONCLUSÃO: O uso de rFVIIa tem sido sugerido como opção terapêutica promissora para esses

  18. Fatores de risco para consultas em pronto-socorro por crianças asmáticas no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chatkin Moema

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Traçar um perfil das crianças asmáticas do município de Pelotas, RS, conhecer o manejo da doença e os fatores de risco associados a consultas em pronto-socorro, motivadas por asma. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo de coorte, realizado na área urbana de Pelotas, cidade de médio porte do Sul do Brasil. Participaram 981 crianças de 4-5 anos, pertencentes à coorte de 1993. RESULTADOS: A prevalência de asma encontrada na amostra estudada foi de 25,4%. A morbidade por asma foi elevada: 31% das crianças asmáticas haviam procurado o pronto-socorro no último ano, 57% tinham consultado médico e 26%, de 1 a 4 anos, foram internadas por asma. Na análise geral, escolaridade e renda familiar baixas associaram-se com consultas em pronto-socorro (RO=4,1 para 0 a 4 anos de escolaridade e RO=6,5 para menos de 1 salário-mínimo. Dormir em quartos com 3 ou mais pessoas também mostrou-se associado (RO=2,2, bem como severidade das crises (RO=2,7, uso de medicamentos para asma no último ano (RO=1,9 e internações por asma (RO=3,0. CONCLUSÕES: A prevalência de asma entre crianças pré-escolares em Pelotas é alta, levando a grande morbidade. Encontraram-se como fatores preditores de consultas em pronto-socorro por asma, após análise multivariada, a baixa escolaridade das mães, severidade das crises e internação por asma.

  19. Fatores de risco para leptospirose, relacionados à atividade laboral em agricultores de arroz em uma cidade do nordeste do Brasil, 2008.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Pereira Vasconcelos de Oliveira

    2014-09-01

    Full Text Available Em 07/2008 o município de Várzea Alegre/CE notificou 350 casos suspeitos de leptospirose em agricultores de arroz e uma investigação foi realizada para identificar os fatores de risco. Um estudo de caso controle (1:2 de base populacional foi conduzido de janeiro a julho de 2008. O caso foi o individuo que apresentou titulo de anticorpos para leptospirose maior ou igual a 1:100 pelo método da soroaglutinação microscópica e o controle foi o individuo saudável que não apresentou títulos de anticorpos para leptospirose selecionado aleatoriamente. Entre os 85 casos identificados, 73(86% eram do sexo masculino; a mediana de idade foi de 19 anos (10-74 e mais de 60% dos casos referiram febre, mialgia, cefaleia e calafrios. No primeiro modelo teórico, ser do sexo masculino (OR:4;IC95%:2.3-9.4 e trabalhar na lavoura de arroz (OR:2.9;IC95%:2.1-6.8 foram associados a doença. No segundo modelo, usar roupas curtas (OR:5.3;IC95%:1.6-17.5 e mais de 8 horas trabalhados na lavoura (OR:3.9;IC95%:1.1-14.6 foram associados. Os principais fatores de risco identificados foram relacionados à atividade ocupacional e ao não uso de roupas de proteção individual e exposição prolongada ao ambiente de trabalho. Recomendamos o fortalecimento das políticas de saúde do trabalhador rural, aprimoramento do acesso desses agricultores às informações sobre os riscos e incentivá-los ao uso de equipamentos de proteção individual nas atividades de campo.

  20. Sobrevida de dez anos e fatores prognósticos para o câncer de mama na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian Assis Fayer

    Full Text Available RESUMO: Introdução: O câncer de mama é um importante problema de saúde pública em diversas partes do mundo, apresentando relevante incidência e sendo considerado uma das principais causas de óbito por câncer no sexo feminino. Objetivo: Analisar a sobrevida de dez anos e os fatores prognósticos em mulheres com câncer de mama invasivo. Métodos: A coorte foi composta de 195 mulheres assistidas em centro de referência oncológica no município de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais, com diagnóstico da doença em 2000 e 2001. Foram analisadas características sociodemográficas, tumorais e relacionadas à utilização do serviço de saúde e do tratamento. O método Kaplan-Meier foi utilizado para estimar as funções de sobrevida e o modelo de riscos proporcionais de Cox para avaliação dos fatores prognósticos. Resultados: A sobrevida de dez anos após o diagnóstico foi de 56,3%. Os principais fatores prognósticos independentes associados ao aumento do risco de óbito foram tamanho de tumor > 2,0 cm (razão de risco - HR = 1,9; intervalo de confiança - IC95% 1,0-3,2 e presença de linfonodos comprometidos (HR = 3,7; IC95% 2,1-5,9. Conclusão: Os achados reforçam a necessidade da adoção de medidas que assegurem o acesso da população-alvo às modalidades diagnósticas e terapêuticas preconizadas, contribuindo para que sejam alcançados diagnósticos mais precoces e maior tempo de sobrevida.

  1. FATORES DETERMINANTES PARA O AVANÇO DA ENERGIA EÓLICA NO ESTADO DO CEARÁ FRENTE AOS DESAFIOS DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Cavalcanti Sá de Abreu

    Full Text Available O trabalho identifica fatores determinantes para o avanço da geração da energia eólica frente aos desafios das mudanças climáticas. A pesquisa empregou métodos qualitativos para a obtenção de dados e configura-se como descritiva e exploratória. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com participantes do setor eólico, tomando o estado do Ceará como unidade de estudo. Os resultados indicam que as percepções e pressões dos stakeholders, as políticas públicas e os investimentos tecnológicos são determinantes para que a participação da energia eólica na matriz energética Brasileira seja ampliada. A perspectiva de um preço mais competitivo do KWh produzido é vital para o crescimento dos investimentos na implantação de parques eólicos. As empresas estão investindo na eficiência operacional dos aerogeradores e na adequação tecnológicas as características dos ventos do Nordeste Brasileiro. O diálogo com a comunidade revela-se também determinante para a viabilidade de implantação dos parques eólicos. A pesquisa aponta um cenário de incertezas para a segurança energética do país, no qual as empresas planejam suas estratégias com base nos benefícios oriundos de uma intensa participação do governo para alavancar este setor.

  2. Acidente vascular encefálico como fator de risco para incontinência urinária em: idosos institucionalizados

    OpenAIRE

    Quadros, Layse Biz; Bezerra, Poliana Penasso

    2017-01-01

    Trata-se de estudo com objetivo de analisar os fatores de risco (faixa etária, gênero, comorbidades/hábitos de vida, potencial de deambulação, presença de declínio cognitivo e ocorrência de acidente vascular encefálico) para a incontinência urinária nos idosos institucionalizados. Pesquisa descritiva e transversal, incluídos 76 idosos institucionalizados. Ocorrência da incontinência urinária determinada através do Incontinence Questionnaire e do acidente vascular encefálico pela avaliação clí...

  3. Fatores de vulnerabilidade para as disfunções sexuais: preditores psicológicos e correlatos fisiológicos

    OpenAIRE

    Laja, Pedro Nuno de Jesus Bonfim Correia

    2017-01-01

    A disfunção erétil é um problema de saúde que condiciona a qualidade de vida de muitos homens. Para além das abordagens médicas, tem sido atribuído um papel cada vez mais importante aos fatores cognitivo-afetivos implicados nesta dimensão da resposta sexual masculina. Apesar de já existirem estudos realizados neeste campo, ainda são poucos os que comparam em laboratório, homens sem disfunção erétil e homens com disfunção erétil. Neste estudo, procurou-se investigar de que fo...

  4. Fatores críticos de sucesso para a colaboração no design de sistemas produto-serviço

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Mantovani Fontana

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo enfoca o desenvolvimento de fatores críticos de sucesso (FCS para a colaboração no design de Sistemas Produto-Serviço (PSS – product-service systems. Apresentam-se como necessários os FCS para a colaboração entre indivíduos, de diferentes áreas e procedências, participantes na concepção de um PSS, já que esta é uma nova forma de projetar, em que são integradas diversas questões (econômicas, ambientais e sociais, trazendo a necessidade da colaboração de diversas áreas de conhecimento e fontes de informações, para que a aplicação de PSS torne-se mais efetiva e aceita pela sociedade. Neste contexto, a motivação para a realização desta pesquisa, surgiu pelo interesse em relação a soluções projetuais que minimizem os impactos negativos causados ao meio ambiente, sociedade e economia unidas à visão de um processo colaborativo de design, acreditando na relevância em identificar estes FCS para a colaboração no design de PSS. Esta pesquisa apresenta uma estrutura com os FCS encontrados e validados, direcionados a interessados na concepção de PSS. Esses FCS contribuem para nortear o processo colaborativo de concepção de PSS. Tal auxílio, por sua vez, pode culminar em sucesso deste tipo de projeto em uma sociedade que ruma ao consumo sustentável.

  5. VALORES ORGANIZACIONAIS: FATORES CRÍTICOS A CONTRIBUIR PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS QUE BUSCAM A ESTRATÉGIA LIDERANÇA EM CUSTOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Ettinger Oliveira

    2012-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo identificar quais valores organizacionais do Inventário de Valores de Perfis Organizacionais (IPVO mais se relacionam com a estratégia de liderança em custos para empresas brasileiras internacionalizadas. A revisão da literatura sugere que os valores organizacionais são fatores que influenciam o comportamento das empresas e, por conseguinte, a estratégia por elas adotada para competir. Para isso, utilizou-se pesquisa tipo exploratória, por meio de entrevistas pessoais realizadas com executivos da área de Recursos Humanos de empresas do setor de autopeças filiadas ao SINDIPEÇAS, as quais estão inseridas no mercado, adotando a estratégia tipo liderança em custo. As entrevistas foram analisadas por meio da Técnica Análise de Conteúdo, e os achados dessa análise fornecem evidências de que os valores organizacionais − que são aqueles constituídos por papéis, normas e valores e não por partes físicas ou equipamentos técnicos voltados para as pessoas − exercem forte influência nessas empresas. A pesquisa traz evidências de que os valores organizacionais mais importantes para a internacionalização dessas empresas são respectivamente: (1 bem-estar, (2 coletividade, (3 domínio, (4 autonomia e (5 realização. Esses resultados indicam que trabalhar em um ambiente agradável e, mesmo, prazeroso pode fornecer vantagem competitiva para a empresa.

  6. Fatores de risco e preditores para o aborto induzido: estudo de base populacional Risk factors and predictors of induced abortion: a population-based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Anselmo Olinto

    2006-02-01

    Full Text Available O presente trabalho investigou os principais fatores de risco e preditores para o aborto induzido. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residentes no Sul do Brasil. Para responder as questões de aborto, as mulheres foram alocadas entre duas metodologias: método da urna ou método das questões indiretas. Informações sócio-econômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas por meio de um questionário pré-codificado. Na análise e interpretação dos dados utilizou-se o modelo de regressão logística. Teorema de Bayes foi aplicado para a determinação das probabilidades a posteriori permitindo a transformação dos dados agregados em dados individuais. Abortos induzidos estiveram fortemente relacionados com relatos de perda fetal em todas as idades. Entre as adolescentes, os principais preditores foram: pertencer a famílias de baixa renda, ter baixa escolaridade e alta evasão escolar, além de conhecerem um número maior de métodos contraceptivos. Para as mulheres de 20 a 49 anos de idade não houve diferença sócio-econômica, sendo que, estado civil e características reprodutivas, incluindo conhecimento de métodos contraceptivos, foram os fatores de risco freqüentes para o aborto induzido.This study aimed to identify key risk factors and predictors of induced abortion. A cross-sectional population-based study was conducted with a representative sample of 3,002 women 15 to 49 years of age in southern Brazil, randomly assigned to answer questions on induced abortion using either the ballot-box method or the indirect questioning method. Socioeconomic, demographic, and reproductive data were obtained through a pre-coded questionnaire. Data analysis used epidemiological statistical inferences and Bayes' theorem to calculate a posteriori probability. Induced abortion was strongly associated with fetal loss for all age groups. In adolescents, the

  7. Alimentação como fator de risco para câncer de intestino em universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane Almeida

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a qualidade da alimentação de universitários como fator de risco para câncer de intestino. Métodos: Estudo transversal com 100 universitários do curso de Gastronomia de uma instituição de ensino privada em Montes Claros, Minas Gerais. Aferiu-se o índice de massa corporal (IMC. Coletaram-se o comportamento alimentar, prática de atividade física e a frequência alimentar. Utilizou-se a análise descritiva. Resultados: A partir dos resultados, verificou-se que 46% (n=46 dos estudantes estavam com a massa corporal elevada, ou seja, IMC ≥ 25 kg/m2 (sobrepeso e obesidade. A análise dos hábitos alimentares demonstrou mudança de peso corporal em 44% dos entrevistados, destes 25% apresentou ganho de massa corporal. Dentre os entrevistados, 41% alegou consumir embutidos, pizzas e fast foods dentre outros, e 57% relatou consumir alimentos industrializados de 1 a 3 vezes por semana. Os alimentos ricos em açúcar (café com açúcar, refrigerantes e chocolate eram consumidos diariamente por 71%, 30% e 24% dos participantes. O consumo de grãos (chia, linhaça e quinoa foi relatado por 7%. Conclusão: Observou-se alto consumo de alimentos processados e/ou industrializados com alto teor de gorduras e açúcares, juntamente com uma baixa ingestão de grãos. Essa conjuntura alimentar associada a um estilo de vida sedentário são fatores de risco para a instalação de um quadro de neoplasia.

  8. Fatores de risco para mortalidade em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaac Newton Guimarães

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Idade maior a 80 anos não é, por si só, o único fator de risco para a mortalidade em revascularização miocárdica. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a mortalidade em pacientes octogenários submetidos a revascularização miocárdica. MÉTODOS: Estudamos 164 pacientes, com idade igual ou maior a 80 anos. As variáveis estudadas foram: sexo, idade (em anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE, reoperação, cirurgia de emergência, número de artérias revascularizadas, uso da artéria torácica interna esquerda (ATIE, uso de circulação extracorpórea (CEC, cirurgia associada, revascularização da artéria interventricular anterior (AIVA e uso de balão intra-aórtico (BIA. A análise estatística foi feita por meio de análises descritiva, univariada e multivariada por regressão logística. Foram considerados significância estatística os valores de p < 0,05, e a análise multivariada foi realizada com variáveis cujo valor era p < 0,20. RESULTADOS: A mortalidade foi de 11%. Na análise univariada, evidenciou-se que baixa FEVE (p = 0,008, cirurgia de emergência (p < 0,001 e uso de balão intra-aórtico (p = 0,049 relacionaram-se à maior chance de mortalidade. Ao ajustar pela regressão logística, revelou-se que a idade acima de 85 anos correlacionou-se com uma chance de mortalidade 6,31 vezes maior (p = 0,012 e que a cirurgia de emergência esteve relacionada a uma chance de mortalidade 55,39 vezes maior (p < 0,001. CONCLUSÃO: Em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica, idade superior a 85 anos e cirurgia de emergência são fatores preditivos importantes de maior mortalidade.

  9. Intervenção Coronariana Percutânea prévia como fator de risco para Revascularização Miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Ferreira Lisboa

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Intervenção Coronariana Percutânea (ICP vem aumentando na doença arterial coronariana crônica. Consequentemente, cada vez mais pacientes submetidos a Cirurgia de Revascularização Miocárdica (CRM apresentam stent coronariano. OBJETIVO: Avaliar a influência do antecedente de stent coronariano na mortalidade hospitalar após CRM. MÉTODOS: Análise prospectiva com 1.099 pacientes consecutivos submetidos a CRM com circulação extracorpórea, entre maio/2007 e junho/2009. Pacientes sem ICP prévia (n = 938; 85,3% foram comparados com pacientes com ICP prévia (n = 161; 14,6%, utilizando modelos de regressão logística e análise de pareamento de amostras. RESULTADOS: Ambos os grupos apresentavam semelhança em relação aos fatores de risco, exceto pela maior presença de pacientes com angina instável no grupo com ICP prévia (16,1% vs. 9,9%; p = 0,019. A mortalidade hospitalar após CRM foi maior entre os pacientes com ICP prévia (9,3% vs. 5,1%, p = 0,034, e foi semelhante à esperada em relação ao EuroSCORE e ao 2000 Bernstein-Parsonnet score. Na análise com regressão logística multivariada a ICP prévia emergiu como fator de risco independente para mortalidade hospitalar pós-operatória (odds ratio 1,94; IC 95% 1,02-3,68; p = 0,044 tão forte quanto diabetes (odds ratio 1,86; IC 95% 1,07-3,24; p = 0,028. Após o pareamento dos grupos, a mortalidade hospitalar continuou sendo maior entre os pacientes com ICP prévia, com odds ratio 3,46 ; IC 95% 1,10-10,93; p = 0,034. CONCLUSÃO: A ICP prévia em pacientes com doença coronariana multiarterial é fator de risco independente para mortalidade hospitalar após CRM. Tal fato deve ser considerado quando a ICP for indicada como alternativa inicial em pacientes com doença arterial coronariana mais avançada. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0

  10. Fatores de risco para recidiva de peso no pós-operatório tardio de cirurgia bariátrica = Risk factors for weight regain in the late postoperative of bariatric surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bardal, Adriane Granato

    2016-01-01

    Conclusões: Nessa amostra, a baixa assiduidade às consultas nutricionais no pré-operatório, bem como a renda familiar elevada foram fatores de risco para recidiva de peso no pós-operatório tardio de cirurgia bariátrica

  11. Important factors for BPR success in manufacturing firms Fatores relevantes para o êxito de reengenharia de processos em empresas de manufatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tor Guimaraes

    1998-04-01

    Full Text Available Business Process Reengineering has been touted by many as dramatic improvements necessary for organization competitiveness, but in practice there are many unsuccessful cases. Thus, there is need for a more systematic and rigorous assessment of the factors deemed important to project success. That is the main objective of this study. In this case, success has been defined in three different ways: goals and objectives accomplished by the project, benefits derived from the project, and its impact on company performance. Based on the results, recommendations are made for managers to focus attention and resources on factors important to success, and to proceed in a fashion which minimizes the risk of failure. The point of entry into the companies participating in this study were internal auditing directors and comptrollers (IA's. Questionnaires were mailed to the IA's of 586 randomly selected manufacturing organizations. The usable sample of 135 questionnaires represent a 22 percent response rate. In general, organizations are not emphasizing some of the most important activities and tasks recommended in the BPR literature, such as changes to customer/market related business processes, the value-added element of every business activity, and applying the right innovative technology. Based on the findings as a whole, it behooves top managers not to engage in BPR before ensuring the presence of the success factors found to be important. While the findings are based on manufacturing companies, the results may be generalizable to other industrial sectors.Reengenharia de processos de negócios tem sido considerada como uma melhoria radical necessária para a competitividade da organização, entretanto na prática são muitos os casos de insucesso. Assim, torna-se necessário uma avaliação sistemática e rigorosa dos fatores considerados importantes para o êxito desse tipo de projeto. Este é o objetivo principal do trabalho apresentado. O êxito

  12. Fatores de risco para anemia por deficiência de ferro em crianças e adolescentes parasitados por helmintos intestinais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciara L. Brito

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores de risco para anemia por deficiência de ferro em crianças e adolescentes (7 a 17 anos infectados por helmintos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 1709 crianças e adolescentes residentes na cidade de Jequié, Estado da Bahia, Brasil, que apresentavam infecção leve ou moderada por Schistosoma mansoni, Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura e ancilostomídeos. Foram obtidos dados sobre níveis de hemoglobina (hemoglobinômetro portátil, consumo alimentar (inquérito recordatório de 24 horas, infecção parasitária (método Kato-Katz, condições ambientais e domiciliares, renda e escolaridade dos responsáveis. Os fatores de risco para anemia na população foram estudados com base em um modelo hierárquico de causalidade. RESULTADOS: A prevalência de infecção por T. trichiura, A. lumbricoides, S. mansoni e ancilostomídeos foi de 74,8, 63,0, 55,5 e 15,7%, respectivamente. Constatou-se que 32,2% das crianças e adolescentes eram anêmicos. Depois do ajuste para variáveis de confusão, os resultados da análise multivariada mostraram que a renda familiar per capita abaixo de um quarto do salário mínimo (27 dólares, o sexo masculino, a faixa etária de 7 a 9 anos e a ingestão inadequada de ferro biodisponível foram significativamente associados à anemia. CONCLUSÕES: As ações para controle da anemia no grupo de maior risco, conforme identificado no presente estudo, devem visar o aumento do consumo de alimentos ricos em ferro e da biodisponibilidade do ferro ingerido, bem como a melhoria das condições sócio-ambientais.

  13. Fatores de risco para mortalidade por doenças cardiovasculares associados à alta exposição ao tráfego veicular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliany Cristiny de Oliveira Rodrigues

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Identificar áreas e fatores de risco para a mortalidade causada por doenças cardiovasculares (DC associados à poluição do ar proveniente da alta exposição ao tráfego. Métodos: Estudo transversal da mortalidade por DC em 2.617 indivíduos de 45 a 85 anos residentes na zona urbana de Cuiabá e Várzea Grande, Mato Grosso, entre 2009 e 2011. Utilizou-se a proximidade residencial de até 150 metros de uma via de grande fluxo de veículos como proxy da alta exposição à poluição atmosférica proveniente do tráfego. A associação entre idade, sexo, renda e intensidade do trânsito com a exposição ao tráfego foi avaliada por meio de regressão logística múltipla. Foram realizadas análises estratificadas para observar a influência das estações do ano e dos grupos de causas. Utilizou-se modelo espacial de probabilidade de Bernoulli para identificação de áreas de risco. Resultados: Os principais fatores de risco para mortalidade por DC associados à alta exposição ao tráfego foram: residir em setores censitários com renda muito desigual (OR = 1,78; IC95% 1,36 - 2,33, trânsito intenso (OR = 1,20; IC95% 1,01 - 1,43 e sexo feminino (OR = 1,18; IC95% 1,01 - 1,38. O risco de mortalidade por DC aumenta cerca de 10% no período de seca. Foram identificadas nove áreas de risco. Conclusão: A alta exposição ao tráfego está associada à mortalidade por DC em Cuiabá e Várzea Grande. A desigualdade de renda, a intensidade do trânsito e o sexo feminino apresentaram-se como os principais determinantes dessa exposição, além da estação seca potencializá-la.

  14. Risk factors for hypertensive disorders of pregnancy in southern Brazil Fatores de risco para distúrbios hipertensivos durante a gravidez no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Abrão Dalmáz

    2011-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE:The aim of the study was to identify the frequency of risk factors for hypertensive disorders in pregnancy in Southern Brazil. METHODS: The study included 161 patients with hypertensive disorders and 169 control subjects matched by age and ethnicity. The frequency of the risk factors was compared by Fisher's exact test, chi-square and Student's t test. A multivariate logistic regression analysis assessed the independent role of clinical, social and demographic factors which were associated with occurrence of the hypertensive disease in pregnancy in the univariate analysis. RESULTS: Patients enrolled in the study were predominantly Caucasian (73% and the mean age was 29. In the multivariate analysis, the variables associated were: family history of preeclampsia (p = 0.001; OR = 3.88; 95% CI = 1.77-8.46, diabetes (p = 0.021; OR = 3.87; 95% CI = 1.22-12.27 and chronic hypertension (p = 0.002; OR = 7.05; 95% CI = 1.99-24.93. CONCLUSION: The risk factors associated with hypertensive disorders in pregnancy appear to be similar to those reported in other countries. The knowledge of the risk factors could be helpful in a prenatal care.OBJETIVO: Identificar a frequência dos fatores de risco para distúrbios hipertensivos durante a gravidez na região Sul do Brasil. MÉTODOS: O estudo incluiu 161 pacientes com distúrbios hipertensivos e 169 controles, compatíveis em idade e etnia. A frequência dos fatores de risco foi comparada a partir do teste exato de Fisher, teste qui-quadrado e teste t de Student. Uma análise logística multivariacional de regressão avaliou a influência de fatores clínicos, sociais e demográficos, associados com a ocorrência de doenças hipertensivas durante a gravidez na análise univariada. RESULTADOS: Os pacientes envolvidos no estudo eram predominantemente caucasianos (73% e a idade média foi 29 anos. Na análise multivariada as variáveis associadas foram: histórico de pré-eclâmpsia na família (p = 0

  15. A inatividade física aumenta os fatores de risco para a saúde e a capacidade física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    1998-04-01

    Full Text Available Esta breve revisão demonstra que o sedentarismo e a ausência de adaptações induzidas pelo exercício regular reduzem as reservas fisiológicas do corpo, o que acarreta vários riscos para a saúde e a capacidade física. O sedentarismo é um fator de risco importante por si só, mas exerce uma influência negativa direta sobre outros fatores de risco (p.ex., obesidade, hipertensão, metabolismo do colesterol. A redução da força estática e dinâmica, da endurance muscular e da mobilidade aumenta também os riscos de acidentes e lesões do aparelho locomotor. Dada a grande prevalência do sedentarismo, pelo menos nos países industrializados, o seu combate deve ser incluído no planejamento das políticas de saúde pública. As conseqüências desta situação são evidentes. Para melhorar ao máximo as suas propriedades morfológicas, fisiológicas, bioquímicas e metabólicas, o organismo humano necessita de uma determinada quantidade de atividade motora ao longo da vida1-3. O uso adequado da musculatura esquelética, com as suas conseqüências fisiológicas adaptativas para todos os demais sistemas, faz parte do "manual de instruções" do corpo. A falta de uso é contra as "instruções de uso" ditadas pelas leis da natureza. Além disso, os exercícios rítmicos habituais de endurance (como a corrida, o ciclismo, a caminhada, o esqui de planície, o remo e até o tênis e os esportes coletivos realizados durante pelo menos 30 minutos três a cinco vezes por semana, em geral estão combinados com um estilo de vida saudável (p.ex., uma nutrição equilibrada quantitativa e qualitativamente, ingestão moderada de álcool, não fumar4. Mediante esta atitude, consegue-se um benefício adicional consistente em termos de saúde e capacidade funcional a longo prazo e uma maior alegria de viver, adicionando "vida" aos anos, e provavelmente anos à vida. Um "fator de risco" é uma característica individual, física ou comportamental

  16. Fatores de risco para úlcera de pressão: subsídios para a prevenção Risk factors for pressure ulcers: subsidy to prevention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Mancussi e Faro

    1999-09-01

    Full Text Available Uma das complicações mais severas para a pessoa com lesão medular é a úlcera de pressão. Sendo assim a prevenção destas feridas e a identificação de fatores de risco são necessidades prementes para o enfermeiro. Trata-se de um estudo decorrente de uma pesquisa mais abrangente, que abordou a assistência de enfermagem ao lesado medular em reabilitação buscando identificar os fatores de risco para úlcera de pressão utilizando os registros das enfermeiras nos históricosde enfermagem e a Taxonomia I da NANDA e analisar as intervenções de enfermagem preconizados face ao diagnóstico potencial para prejuízo na integridade da pele. Os fatores de risco identificados referem-se às alterações decorrentes da lesão neurológica, história prévia de ferida e lesão inicial. As intervenções de enfermagem preconizadas totalizaram. 16, com caráter de orientação ao paciente e à família voltadas para higiene corporal, mudança de decúbito, posicionamento no leito e em cadeira de rodas, denotando pertinência ao diagnóstico elaborado.Pressure ulcers is one of the most severe complication in the spinal cord injuried patients begin the prevention aspects and the early identification of the risk factors are imperative action for the nursing assistance of these patients. This study evaluated the nursing care plans for these patients that at the time of the study were already included in the rehabilitation program in order to identify the risk factors for the pressure ulcer development by analysing the nursing documentation adapting the Taxonomy of NANDA. Evaluate the nursing procedures proposed to the diagnosis risk for impaired skin integrity. The identified risk factors are referred to the phisical alterations determinate by the neurologic lesion, wound's history and inicial lesions. The proposed nursing procedures were sea:teen (16 that infasezed patient and family's instructions on body cleaning, position on bed and wheel chair

  17. Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil: prevalência e simultaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruce B. Duncan

    1993-02-01

    Full Text Available Três quartos da mortalidade no Estado do Rio Grande do Sul (Brasil ocorrem por doenças não-transmissíveis. Dentre elas as doenças cardiovasculares, por si só, correspondem a 35% das causas de morte. Para avaliar a prevalência de fatores de risco para essas doenças, foi realizado inquérito domiciliar no período de 1986/87. Foram entrevistados 1.157 indivíduos entre 15-64 anos, residentes em setores censitários de 4 áreas docente-assistenciais do Município de Porto Alegre, RS. A prevalência padronizada de tabagismo foi de 40%, hipertensão 14%, obesidade 18%, sedentarismo geral 47% e consumo excessivo de álcool, 7%. Trinta e nove por cento da amostra acumulavam dois ou mais desses cinco fatores de risco, somente 22% de homens e 21% de mulheres não apresentaram esses fatores de risco. As elevadas freqüências e concomitâncias desses fatores de risco alertam para sua importância em programas que visam a prevenção das doenças não-transmissíveis.

  18. Fatores de risco para injúrias acidentais em pré-escolares Risk factors for accidental injuries in preschool children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia S. Fonseca

    2002-04-01

    Full Text Available Objetivo: medir os principais fatores de risco relacionados à ocorrência de injúrias acidentais, na faixa etária entre quatro e cinco anos de idade.Métodos: foi estudada uma coorte prospectiva de 620 crianças, na qual a ocorrência de acidentes e injúrias foi registrada em um diário, durante um período de um mês. Esta foi uma subamostra sistemática, proveniente da coorte de nascimentos de 1993, que ainda residiam na área urbana de Pelotas, RS. O desfecho em estudo foi o número de injúrias acidentais relatadas por criança-mês. A análise multivariada, utilizando Regressão de Poisson, foi usada para controlar fatores de confusão.Resultados: a incidência mensal de acidentes foi de 53,8%, e 48,4% das crianças sofreram pelo menos uma injúria acidental. As crianças do sexo masculino tiveram 30% mais de chances de se lesionarem do que aquelas do sexo feminino, e as crianças brancas tiveram um risco 70% maior do que as crianças não-brancas. Renda familiar, escolaridade dos pais e trabalho materno não se associaram à ocorrência de injúrias. Após ajuste para variáveis socioeconômicas e ambientais, as crianças que possuíam um ou mais irmãos menores apresentavam taxa 30% maior de injúrias acidentais. Crianças residentes em casa de tijolo apresentaram uma incidência de injúrias cerca de 40%superior. Conclusões: poucos fatores de risco modificáveis foram associados a um aumento na freqüência de injúrias acidentais. Destes fatores, a presença de crianças mais jovens em casa merece especial atenção, sendo necessário instruir os pais sobre o aumento no risco observado por ocasião do nascimento de um irmão menor.Objective: to measure the main risk factors associated with the occurrence of accidental injuries in children aged 4-5 years.Methods: the study included a prospective cohort of children whose parents filled in a diary recording accidents and injuries during a period of one-month. The children represented

  19. Fatores que contribuíram para a reeleição da presidente Dilma Rousseff

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo José Dalpoz Martins

    2016-07-01

    Full Text Available O presente artigo procura analisar, partir da utilização de métodos de econometria espacial, os principais fatores que levaram à reeleição da presidente Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2014. Além disso, procura averiguar se a presença de prefeitos e governadores de mesmo partido beneficiou sua candidatura. Os resultados apresentados indicam quea candidata recebeu a maioria dos votos nos municípios menos desenvolvidos, com renda per capita menor, maior taxa de analfabetismo e desemprego, sendo também beneficiada pela presença de governador da mesma coligação. Outro ponto analisado foi, a partir de Regressão Ponderada Geograficamente (RPG, o efeito do programa Bolsa Família em cada município brasileiro. A variável se mostrou estatisticamente significativa, em sua maioria, nos municípios das regiões Sul e Sudeste.

  20. Fatores associados à capacidade para o trabalho de trabalhadores do Setor Elétrico Factors associated with labor capacity in electric industry workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    2009-04-01

    Full Text Available O Setor Elétrico passou por recente processo de reestruturação produtiva com reflexos nas condições e organização do trabalho, podendo comprometer a capacidade para o trabalho. Este estudo objetivou avaliar fatores associados à capacidade para o trabalho junto a 475 trabalhadores de uma empresa do Setor Elétrico no Estado de São Paulo, Brasil. Neste estudo transversal foi realizada análise descritiva e análise de regressão linear múltipla. A média do Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT foi de 41,8 pontos (escala de 7,0 a 49,0 pontos. A análise múltipla mostrou que os fatores que melhor explicaram a variabilidade do ICT foram estresse no trabalho (p The Brazilian electric utility sector has recently undergone major industrial restructuring, with impacts on working conditions and work organization that could jeopardize the capacity for work. This study aimed to evaluate factors associated with labor capacity in a sample of 475 workers from an electric utility company in the State of São Paulo, Brazil. This cross-sectional study included descriptive and multiple linear regression analyses. The mean labor capacity index (LCI was 41.8 points (on a scale from 7.0 to 49.0. Multiple regression showed that the factors that best explained LCI variability were work stress (p < 0.001 and physical health (p < 0.001 in all the dimensions. In a separate analysis, excluding all the health dimensions, the variables associated with LCI were work stress (p < 0.001, workplace (p = 0.022, physical activity (p = 0.001, alcohol consumption (p = 0.012, and body mass index (p < 0.001. The results highlighted aspects to be considered when developing measures to protect labor capacity, with an emphasis on stress prevention and health promotion.

  1. Prevalência em crianças de fatores de risco para as doenças cardiovasculares Childhood prevalence of cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Rosa Gama

    2007-09-01

    Full Text Available Investigou-se a presença de fatores de risco para doenças cardiovasculares em estudo transversal em 356 crianças de 5 a 9 anos, atendidas em unidade básica de saúde de área de baixa renda da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil. Foram avaliados: lipidograma, estado nutricional, hábitos alimentares e aspectos sócio-econômicos. Observaram-se 10,7% de sobrepeso e 68,4% com níveis alterados no lipidograma, sendo 18,6% com LDL-colesterol alto. Para descrever o perfil alimentar as respostas ao questionário qualitativo de ingestão foram submetidas à classificação multivariada, obtendo-se seis grupos, resumidamente definidos como: da cultura tradicional brasileira; moderno (produtos diet e light; frituras; doces e refrescos (misturados com outros grupos; os demais pouco definidos. A alta prevalência dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares desde a infância e a evidência de alimentação infantil inadequada indica a necessidade de desenvolver uma estratégia preventiva, procurando atingir toda a família, de forma a alterar os padrões de ingestão de alimentos das populações de baixa renda em direção à comportamentos mais saudáveis.Cardiovascular risk factors were investigated in 356 children 5 to 9 years of age who were treated at a primary care center located in a low-income area in Greater Metropolitan Rio de Janeiro, Brazil. Lipid profile, nutritional status, food intake, and lifestyle were evaluated. 10.7% of the children were overweight, 68.4% had some type of dyslipidemia, and 18.6% showed high LDL-c. To describe the food intake pattern, the answers to the qualitative food questionnaire were submitted to multivariate cluster analysis, producing six basic groups: traditional Brazilian cooking; "modern" food (including diet and light products; fried food; sweets and soft drinks (mixed with other groups; and other poorly defined groups. The high prevalence of cardiovascular risk factors (beginning in

  2. Fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis em universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia das Dôres Lopes

    2017-12-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar as mudanças ocorridas na vida de estudantes universitários após um ano de ingresso no meio acadêmico e a sua relação com fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis. Métodos: Estudo transversal realizado em 2015, com 47 universitários, em Ituiutaba, Minas Gerais, Brasil. Aplicou-se questionário semiestruturado, autorresponsivo, com questões sobre dados sociodemográficos, hábitos de vida, aspectos clínicos de diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, obesidade e qualidade do sono. Além disso, coletaram-se amostras de sangue para análise do perfil bioquímico, além de medidas antropométricas e pressão arterial. Resultados: Encontrou-se prevalência de 64% (n=20 do sexo feminino, 53% (n=25 do grupo étnico racial branco e 55% (n=26 da faixa etária entre 18 e 19 anos. No decorrer de um ano, observou-se aumento na prevalência de prática de atividade física, refletindo na melhora da pressão arterial, na fração de colesterol de alta densidade (HDLc e na qualidade do sono. Além disso, houve diminuição de 6,4% (n=3 tanto na circunferência da cintura aumentada quanto na circunferência da cintura substancialmente aumentada e diminuição de 21,2% (n=10 na relação cintura-quadril dos estudantes. A frequência de estresse, humor deprimido e ansiedade também apresentaram redução. Em contrapartida, aumentou a prevalência de pré-obesos em 6,4% (n=3, de uso de bebidas alcoólicas em 6,4% (n=3, de tabaco em 10,6% (n=5 e de drogas ilícitas em 8,5% (n=4. Conclusão: Percebeu-se uma diminuição na frequência de fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis nos estudantes universitários investigados após um ano de curso.

  3. Comportamentos de risco para transtornos do comportamento alimentar e fatores associados entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Magalhães Bosi

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar práticas alimentares e fatores de risco associados a transtornos do comportamento alimentar entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Estudo seccional junto a um segmento populacional apontado na literatura como de risco para o surgimento de transtornos alimentares. Utilizaram-se o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE, o Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26 e uma variável que considera os dois instrumentos associados (Nunes et al., 2001. RESULTADOS: Analisaram-se 193 estudantes do sexo feminino, com média de idade de 20,9 anos ± 2 anos. Detectou-se resultado positivo em 14% (intervalo de confiança [IC] 95%: 9,4%-20% no EAT-26. No BITE, para sintomas elevados e gravidade intensa, foram encontradas prevalências de 5,7% (IC 95%: 2,9%-10% e 3,2% (IC 95%: 1,2%-6,9%, respectivamente. Quando combinados EAT-26 positivo e BITE com gravidade intensa e sintomas elevados, constataram-se correlações positivas com prevalências de 64,7% (p < 0,001 e 36,4% (p < 0,001, respectivamente. Das mulheres que apresentaram EAT-26 positivo, 88,5% encontram-se na faixa de normalidade do índice de massa corporal (IMC (p < 0,031. CONCLUSÕES: Deve-se atentar para comportamentos de risco para transtornos alimentares no grupo, uma vez que esses distúrbios serão objeto de sua prática profissional, podendo comprometê-la nos casos em que nutricionistas sejam portadores de síndromes instaladas ou comportamentos precursores.

  4. Fatores chave para o sucesso das Born Global: comparação entre a teoria e a prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ari Melo Mariano

    2016-07-01

    Full Text Available O fenômeno Born Global trata-se de um modelo empresarial orientado para o mercado internacional desde sua fundação. Este artigo científico tem como objetivo comparar a teoria sobre as principais etapas a serem seguidas para o sucesso das Born Global e a prática através do estudo de caso. A teoria foi apresentada após pesquisa na literatura, onde foram encontrados 421 trabalhos dispostos nas bases de dados Scielo e Web of Science, revelando as contribuições sobre o tema. Em paralelo foi realizada uma entrevista a 228 indivíduos inseridos no contexto de negócios internacionais a respeito das Born global, seus conceitos e exemplos de empresas que adotam está tipologia. Os resultados revelaram que apenas 3% conheciam uma terminologia que está em uso a mais de 20 anos e, no estudo de caso, em uma empresa Born Global Espanhola, foram ratificados vários pontos da literatura como a importância de fatores como o comprometimento com o mercado, formação alianças estratégicas, experiência no mercado internacional, correr riscos, entre outros descritos. E foram sugeridos novos rumos como empresas apátridas.

  5. Influenza pandêmica A (H1N1 2009: fatores de risco para o internamento Pandemic influenza A (H1N1 2009: risk factors for hospitalization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Lenzi

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os aspectos da influenza pandêmica A (H1N1 2009 em pacientes hospitalizados a fim de identificar os fatores de risco para o internamento e, consequentemente, para o agravamento da doença. MÉTODOS: Estudo observacional e retrospectivo realizado entre março e dezembro de 2010. Os dados foram coletados a partir do Sistema Nacional de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde. Foram incluídos somente os pacientes hospitalizados e não hospitalizados com confirmação laboratorial da infecção durante o período de estudo. As variáveis referentes às características demográficas e clínicas foram avaliadas estatisticamente a fim de comparar as taxas de internamento na presença ou na ausência desses fatores. Os fatores de risco foram identificados por regressão logística. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 4.740 pacientes com confirmação laboratorial da infecção. Desses, 1.911 foram internados, e 258 (13,5% foram a óbito. Os fatores de risco para o internamento foram idade (faixa etária de 20 a 29 anos, etnia negra ou indígena, presença de algumas comorbidades (cardiopatias, pneumopatias, nefropatias, hemoglobinopatia, imunodepressão, diabetes, obesidade, puerpério e tabagismo, número alto de comorbidades associadas, e alguns sintomas (dispneia, diarreia, vômito, dor torácica, hemoptise, pneumonia e sibilos. Níveis maiores de escolaridade e uso precoce do oseltamivir foram relacionados a fatores de proteção. A hospitalização contribuiu para o aumento da sobrevida. CONCLUSÕES: O conhecimento das características epidemiológicas que podem estar associadas a internação, gravidade da doença e mortalidade podem ser úteis na adoção de medidas preventivas e no diagnóstico e tratamento precoce da doença, colaborando para a diminuição dos óbitos e da necessidade de hospitalização.OBJECTIVE: To evaluate pandemic influenza A (H1N1 2009 in hospitalized patients in order to identify risk

  6. Índices de erosividade da chuva, perdas de solo e fator erodibilidade para dois solos da região dos cerrados - primeira aproximação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.J.G.S.M. Marques

    1997-09-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram: testar a adequação de diferentes índices de erosividade das chuvas, comparar duas equações propostas para cálculo da energia cinética das chuvas e estimar o fator K (erodibilidade da equação universal de perdas de solo (EUPS para um latossolo vermelho-escuro (LE álico muito argiloso e um podzólico vermelho-amarelo (PV álico muito argiloso da região de Sete Lagoas (MG. Não houve diferença significativa entre as duas equações testadas para cálculo da energia cinética das chuvas. O índice EI30 mostrou ser um bom estimador da erosividade da chuva e pode continuar sendo utilizado como fator R (erosividade da EUPS para a região estudada. Os valores do fator K, para o LE e o PV da região de Sete Lagoas, foram, respectivamente, 0,002 e 0,033 t h (MJ mm-1.

  7. Fatores de risco para morte fetal no município de Pato Branco (Brasil Factores de riesgo para muerte fetal en el municipio de Pato Branco (Brasil Risk factors for fetal death in the city of Pato Branco (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Lima Trindade

    2011-11-01

    Full Text Available Objetivo. Descrever os fatores de risco para mortalidade fetal na cidade de Pato Branco (Brasil. Metodologia. Realizou-se um estudo descritivo, no qual foram analisados os casos de nascidos mortos de 2000 a 2008 na cidade de Pato Branco. A informação foi obtida do Sistema de Informação de Mortalidade. Resultados. Registraram-se 91 mortes fetais no período estudado para uma taxa média de 9.27 por mil nascidos vivos. Os principais fatores de risco de origem maternos foram: placenta prévia (38.5%, hipertensão induzida na gravidez (13.2%, idade de 21 a 30 anos (40.7%, ter três e menos anos de escolaridade (25.7% e a ocupação de dona de casa (34.1%. Para os fetos, o único fator de risco registrado foi o sexo, no que o masculino contribuiu o 52.7% das mortes. Conclusão. Identificaram-se alguns fatores de risco previsíveis que é necessário intervir com o fim de reduzir a mortalidade fetal no município.Objetivo. Describir los factores de riesgo para natimortalidad en la ciudad de Pato Branco (Brasil. Metodología. Se realizó un estudio descriptivo, en el cual fueron analizados los casos de nacidos muertos de 2000 a 2008 en la ciudad de Pato Branco. La información fue obtenida del Sistema de Información de Mortalidad. Resultados. Se registraron 91 muertes fetales en el periodo estudiado para una tasa media de 9.27 por mil nacidos vivos. Los principales factores de riesgo de origen maternos fueron: placenta previa e hipertensión inducida en el embarazo como complicaciones del embarazo (38.5% y 13.2%, edad de 21 a 30 años (40.7%, baja escolaridad (25.7% y como ocupación de ama de casa (34.1%. Para los fetos, el único factor de riesgo registrado fue el sexo: el masculino aportó el 52.7% de las muertes. Conclusión. Se identificaron algunos factores de riesgo prevenibles que merecen intervención con el fin de reducir la natimortalidad en el municipio.Objective. To describe risk factors for fetal mortality in the city of Pato Branco

  8. Aleitamento materno como fator de proteção para o câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clícia Valim Côrtes Gradim

    2011-01-01

    Full Text Available Estudio cuantitativo, transversal que tuvo como objetivo verificar si las mujeres que amamantaron relacionan este acto como un factor de protección para el cáncer de mama. Se aplicó un formulario a 200 mujeres que amamantaron, y solían frecuentar una clínica municipal en Alfenas-Míi, entre mayo y julio de 2008. El análisis de los datos se basó en la estadística descriptiva yen el test chí cuadrado, con nivel de sígntñcancta de 5%. El índice de asociación entre la lactancia materna y el cáncer de mama fue de 3S%. La escolaridad estuvo significativamente relacionada al conocimiento de la lactancia materna no exclusiva como un factor de protección para esa neoplasia mamaria (p <0,001. Los profesionales de la salud deben alentar y concíentízar a las mujeres acerca de las ventajas de la lactancia materna, tanto sobre los beneficios para el niño como para la madre, pues la protege del cáncer de mama.

  9. Fatores determinantes para modificações da terapia antirretroviral inicial Factors determining changes in initial antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Girão Limaverde Lima

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores determinantes das mudanças da terapia antirretroviral (TARV inicial dos pacientes assistidos em hospital de referência em AIDS do Ceará. MÉTODOS: O estudo descritivo e exploratório utilizou a análise dos formulários de solicitação de início ou modificação de tratamento do ano de 2008, acompanhando as mudanças de terapia durante o primeiro ano de tratamento. Os dados foram analisados nos programas Statistical Package for the Social Sciences (SPSS e Epi Info, utilizando ANOVA e teste exato do coeficiente de contingência, com significância de p OBJECTIVE: To investigate factors determining changes in initial antiretroviral therapy (ART in patients attended to in an AIDS tertiary care hospital in Ceará, Brazil. METHODS: This descriptive and exploratory study used the analysis of request to initiate or change treatment forms in the year of 2008, and the changes in therapy were followed through the first year of treatment. Data were analyzed with SPSS and EpiInfo by using ANOVA and the exact test of the coefficient of contingency, with significance at p < 0.05. RESULTS: From 301 patients initiating ART, 22.1% (n = 68 needed a change in the first year. These patients were mostly males, aged 20 to 39 years; with only one ART changed needed in 86.8% of the cases (n = 59. Reports of two or three changes in regimen were observed. Zidovudine was the drug most often changed, followed by lopinavir/ritonavir and efavirenz. A significant association was found between changes in initial regimens and the report of adverse reactions (p < 0.001. Conclusion: The main factor determining changes in the initial ART was an adverse reaction report. Most patients had one change in the initial ART over the first year of treatment. ART monitoring contributed to a better control of the specific drug therapy.

  10. Obesidade como fator de risco para a falha da cirurgia de Burch Obesity as a risk factor to Burch surgery failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Finger Viecelli

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: observar o impacto da obesidade e de outros fatores de risco sobre a taxa de falha das pacientes submetidas à cirurgia de Burch para tratamento da incontinência urinária. MÉTODOS: estudo de casos de pacientes submetidas à cirurgia de Burch no período de 1992 a 2003. As pacientes foram avaliadas no momento da segunda consulta pós-operatória (66 dias em média e com um ano de acompanhamento, e classificadas em dois grupos: Continentes e Não Continentes. As variáveis analisadas foram: idade, paridade, índice de massa corpórea (IMC, tempo de menopausa, tempo de terapia de reposição hormonal, avaliação urodinâmica, história de infecção do trato urinário, cirurgia prévia para incontinência urinária, diabetes, cistocele e prolapso uterino, tempo de internação, necessidade de autossondagem, micção espontânea no pós-operatório e ferida operatória. Os dados foram analisados com o pacote estatístico Statistical Package for Social Sciences 14.0. Foram utilizados o teste τ de Student ou Mann-Whitney, para comparação das variáveis contínuas, e os testes exato de Fisher e χ2, para variáveis categóricas (p30 foi 3,7 (IC95%=1,2-11,5. CONCLUSÕES: a obesidade mostrou-se um importante fator de risco para a falha da cirurgia no primeiro ano de acompanhamento. Os resultados demonstram que pacientes com IMC>30 têm chance 3,7 vezes maior de apresentarem-se não continentes após um ano da cirurgia de Burch em relação às não obesas.PURPOSE: to observe the impact of obesity and other risk factors on the rate of failure in patients submitted to Burch's surgery for the treatment of urinary incontinence. METHODS: cases study of patients submitted to Burch's surgery, from 1992 to 2003. Patients were evaluated at the second post-surgery appointment (average 66 days and after one-year follow-up, and classified in two groups: Continent and Non-continent. Variables analyzed were: age, parity, body mass index (BMI

  11. Caracterização e fatores de risco para úlceras por pressão na pessoa idosa hospitalizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chrystiany Plácido de Brito Vieira

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar características sociodemográficas y clínicas; señalar los factores de riesgo para úlceras por presión en anciano hospitalizado. Estudio de cohorte prospectivo, descriptivo y cuantitativo. Muestra de 215 ancianos ingresados en hospital público de Teresina, PI, Brasil, en las clínicas de ortopedia, unidades de cuidados médicos, quirúrgicos, neurológicos e intensivos de noviembre/2012 a febrero/2013, utilizándose recopilación de datos entrevista, examen físico y registros médicos. La edad promedia fue de 71,8 años, mayoría mujeres (55,3%, con bajo nivel de estudios y casada. La mayoría fue internada en traumatología (42,3%. Estancia hospitalaria media de 12,4 días. Los factores de riesgo más prevalentes fueron hipertensión y uso de medicaciones, como analgésicos, antihipertensivos y anticoagulantes. Bajo riesgo fue presentado por 87 (40,5% ancianos. Se destaca la importancia de la atención de enfermería en la prevención y evaluación de riesgos para úlceras por presión para reducir la incidencia de estas en hospitales.

  12. Recursos humanos: fator crítico para as redes de atenção à saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Reis Gonçalves

    Full Text Available Este artigo descreve o perfil dos cirurgiões-dentistas, enfermeiros e médicos que atuam nas Estratégias de Saúde da Família (ESF do Município de Montes Claros - MG e avalia seus papéis frente às Redes de Atenção à Saúde (RASs. Identificou-se elevado índice de capacitação profissional, mas fraco vínculo empregatício com o referido município. Os recursos humanos na atenção primária são elemento essencial para as RASs, pois os profissionais devem estar capacitados para atuar como protagonistas nos sistemas de governança em prol da comunidade. Ainda é necessária a mobilização pelo sistema gestor de modo a fornecer aos profissionais garantias e condições para se atingir a excelência no serviço de saúde.

  13. Avaliação do consumo de água em domicílios: fatores intervenientes e metodologia para setorização dos usos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriella Laura Peixoto Botelho

    2015-12-01

    Full Text Available O presente trabalho se voltou ao estudo da parcela do consumo de água destinada ao uso domiciliar. O conhecimento das parcelas de influência no consumo de água residencial pode subsidiar o uso eficiente deste insumo e, consequentemente, a melhor gestão dos recursos hídricos através das medidas de gestão da demanda. As residências estudadas situam-se no Bairro de Nordeste de Amaralina, na região da Chapada do Rio Vermelho. Em resumo, avaliou-se o consumo de água total e setorial, dessas residências, a partir da instalação de um hidrômetro e data logger por unidade estudada. Esse sistema de monitoramento captou o consumo intradomiciliar a cada dez segundos. A setorização dos usos por aparelho hidráulico foi feita a partir do reconhecimento das curvas de vazões, impressas pelo dispositivo hidráulico no instante do uso, aliado a uso de software específico para segregar o volume captado na saída do reservatório, entre os diferentes pontos de utilização na residência. A partir desses dados, foi possível avaliar fatores intervenientes nesse consumo. O período de monitoramento ocorreu entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2012, que por sua vez, foi subdivido em períodos, com diferentes características, a fim de identificar possíveis fatores de influencia no consumo. No primeiro período foi avaliado o consumo de água com o mínimo de interferência na rotina dos moradores, no segundo período iniciou-se a implementação das medidas de gestão da demanda, que consistiram, no incentivo aos moradores em utilizar a água de forma racional, e continuaram no terceiro período, com a substituição de alguns aparelhos convencionais por modelo economizador de água. Dentre os principais resultados alcançados, foi verificado que o consumo através da bacia sanitária, chuveiros e tanques da área de serviço representaram grande parcela do consumo total, representando, portanto, oportunidades para medidas de melhoria de efici

  14. Fatores de risco para aloimunização em pacientes com anemia falciforme Risk factors for alloimmunization in patients with sickle cell anemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícía Costa Alves Pinto

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a imunofenotipagem eritrocitária em doadores de sangue e em pacientes com anemia falciforme (SS atendidos no Hemocentro de Alagoas e descrever a frequência e os fatores associados à aloimunização eritrocitária. MÉTODOS: Estudo transversal com 102 pacientes SS e 100 doadores de sangue. Realizou-se a fenotipagem eritrocitária, teste de Coombs Direto e Indireto e detecção de anticorpos irregulares por painel de hemácias fenotipadas. Os dados foram comparados por meio do teste de Mann-Whitney, qui-quadrado ou teste exato de Fisher. Para análise dos fatores associados à aloimunização utilizou-se a regressão logística univariada e múltipla. RESULTADOS: Os antígenos mais frequentes entre os pacientes e os doadores foram c, e, M, s, JK(a. Observaram-se diferenças significativas entre as frequências dos fenótipos dos pacientes e dos doadores em relação aos antígenos s, FY(a e JK(b. Dos 79 pacientes transfundidos, 10 (12,7% apresentaram Coombs Indireto positivo. Detectaram-se 13 aloanticorpos, sete do sistema Rh, dois do Kell e quatro não identificados. Os fatores associados à aloimunização foram o intervalo de tempo entre a última transfusão e a data do teste e ter recebido mais de dez transfusões de hemácias. Receber mais de dez transfusões representou uma chance 16,39 (IC 95%: 2,23-120,59 vezes maior de ser aloimunizado, em comparação aos que receberam menos que dez. CONCLUSÃO: A prevalência de aloimunização nos pacientes SS foi 12,7%, sendo 70% dos anticorpos encontrados pertencentes a grupos sanguíneos Rh e Kell. Este estudo mostra a importância da fenotipagem eritrocitária em doadores e receptores para diminuir o risco de aloimunização.OBJECTIVE: To determine erythrocyte phenotyping in blood donors and patients with sickle cell anemia (SS treated at Hemocentro of Alagoas and describe the frequency and factors associated with erythrocyte alloimmunization. METHODS: Cross-sectional study

  15. Fatores que contribuem para preocupação com a imagem corporal de estudantes universitárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanderson Roberto Silva

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo: Objetivo: Estimar a contribuição de variáveis sociodemográficas, laborais e do índice de massa corporal para a preocupação com a imagem corporal. Métodos: Para estimar a preocupação com a imagem corporal foram utilizadas as escalas Body Shape Questionnaire (BSQ e Weight Concerns Scale (WCSFoi realizada análise fatorial confirmatória das escalas e utilizados os índices Razão χ2 e graus de liberdade (χ2/gl, Confirmatory Fit Index (CFI, Normed Fit Index (NFI e Root Mean Square Error of Approximation (RMSEA. A validade convergente foi estimada por Variância Extraída Média e Confiabilidade Composta e a consistência interna pelo Alfa de Cronbach padronizado (α. Foi confeccionado um modelo estrutural sendo a preocupação com a imagem corporal o construto central de segunda ordem. A adequação do modelo foi avaliada com base nos índices de ajustamento. O teste z foi utilizado para estimar a significância das trajetórias (β utilizando-se 5% de significância. Resultados: Participaram 595 estudantes universitárias com média de idade de 20,42 ± 2,44 anos. O modelo completo, com a inserção de todas as variáveis independentes, apresentou ajustamento insatisfatório e foi refinado. O modelo final apresentou ajustamento satisfatório (χ2/gl = 5,75; CFI = 0,87; NFI = 0,85; RMSEA = 0,09 com a inclusão do consumo de medicamento devido aos estudos (β = 0,08; p = 0,04, desempenho acadêmico (β = 0,09; p = 0,02, classe econômica (β = 0,08; p = 0,03 e índice de massa corporal (β = 0,44; p < 0,001. Esse modelo explicou 22% da preocupação com a imagem corporal. Conclusão: O consumo de medicamentos devido aos estudos, o desempenho acadêmico, a classe econômica e o índice de massa corporal contribuem significativamente para a preocupação com a imagem corporal.

  16. Fatores de risco para incontinência urinária na mulher Factores de riesgo para incontinencia urinaria en la mujer Risk factors for urinary incontinence in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Higa

    2008-03-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica com o objetivo de identificar os principais fatores de risco ou associados à incontinência urinária (IU na mulher. Utilizou-se a base de dados MEDLINE e LILACS e pesquisa em bibliotecas dos artigos publicados entre 1983 e 2003. Foram analisadas trinta e oito publicações em inglês e português, as quais relataram como os principais fatores de risco: idade, trauma do assoalho pélvico, fatores hereditários, raça, menopausa, obesidade, doenças crônicas, uso de alguns simpaticomiméticos e parasimpaticolíticos, constipação, tabagismo, consumo de cafeína e exercícios intensos na região abdominal. A enfermeira pode, por meio de anamnese, identificar estes fatores e realizar intervenções para a prevenção e tratamento da IU, contribuindo para melhorar a qualidade de vida da mulher incontinente.Se trata de un estudio de repaso bibliográfico con objetivo de identificar los principales factores de riesgo o asociados a la incontinencia urinaria (IU en la mujer. Se utilizó la base de datos MEDLINE e LILACS y pesquisa en bibliotecas de los artículos publicados entre 1983 e 2003. Fueron analizadas treinta y ocho publicaciones en inglés y portugués, las cuales relataron como los principales factores de riesgo: edad, trauma de piso pélvico, factores hereditarios, raza, menopausia, obesidad, enfermedades crónicas, uso de algunos simpaticomiméticos y parasimpaticolíticos, constipación, tabaco, consumo de cafeína y ejercicios intensos en la región abdominal. La enfermera puede, por medio de la anamnesia, identificar estos factores y realizar intervenciones para la prevención y tratamiento de la IU, contribuyendo para mejorar la calidad de vida de la mujer incontinente.The goal of this study was to conduct a review of the main papers published between 1983 and 2003 on the main risk factors for urinary incontinence (UI in women. Thirty-eight publications in English and Portuguese were

  17. Fatores de risco para óbitos neonatais no Recife: um estudo caso-controle Risk factors for neonatal death in Recife: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia W. Sarinho

    2001-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: a mortalidade neonatal é o componente mais importante da mortalidade infantil na cidade do Recife. Este estudo teve como objetivo determinar os principais fatores de risco para morte neonatal no município do Recife em 1995. MÉTODOS: o desenho do estudo foi do tipo caso-controle. Realizou-se a validação dos bancos de dados do Sistema de Informação em Mortalidade e Sistema de Informação Nascido Vivo, para mães residentes no Recife, no ano de 1995. Obteve-se, após técnica do linkage entre os dois bancos de dados, amostra com 456 casos e 2.280 controles. Como medida de risco utilizou-se Odds Ratio, com intervalo de confiança de 95% e para a diferença de proporção, o teste qui quadrado. Utilizou-se na análise multivariada a técnica da regressão logística. RESULTADOS: verificou-se que 358 (79,7% das crianças que evoluíram para óbito foram de baixo peso ao nascer, com risco de morte 46 vezes superior (IC=33,8-59,0 P 2.500g. Por ordem decrescente de valores da medida de associação de morte neonatal com as variáveis estudadas através da análise multivariada, os principais fatores de risco foram peso ao nascer OBJECTIVE: Neonatal mortality is the main cause of infant mortality in the city of Recife. The objective of the present study was to determine the major risk factors for neonatal death in Recife in 1995. METHODS: This is a case control study. Information was obtained from the mortality and live birth databases after validation of the data set, between January and December 1995. A sample of 456 cases and 2,280 controls was obtained after using the linkage technique between the two data sets. The difference in proportion was analyzed by the chi square test. The odds ratio was calculated as a risk measure, with a 95% confidence interval. The logistic regression technique was used to adjust potential confounding factors. RESULTS: 212 deaths (46.6% occurred in the first 24 hours of life. We found that 358 (79.7% of

  18. Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea associada ao cateter central de inserção periférica em neonatos

    OpenAIRE

    Costa,Priscila; Paiva,Eny Dórea; Kimura,Amélia Fumiko; Castro,Talita Elci de

    2016-01-01

    Resumo Objetivo Identificar os fatores de risco para infecção de corrente sanguínea associada ao cateter central de inserção periférica em neonatos. Métodos Estudo de coorte prospectivo conduzido em unidade de terapia intensiva com recém-nascidos submetidos à instalação de 401 cateteres centrais de inserção periférica. Características clínicas do neonato, técnica de inserção do cateter, terapia intravenosa e tempo de permanência do cateter foram testados como fatores de risco para remoção...

  19. Análise dos fatores de risco para gagueira em crianças disfluentes sem recorrência familial Analysis of the risk factors for stuttering in disfluent children without familial recurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Moço Canhetti de Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar os fatores gênero, idade, tipo de surgimento da gagueira, tempo de duração e tipologia das disfluências, fatores estressantes físicos e emocionais, e fatores comunicativos e qualitativos associados em crianças disfluentes sem recorrência familial do distúrbio. MÉTODO: participaram 43 crianças com alto risco para a gagueira de ambos os gêneros. A coleta de dados foi realizada por meio do Protocolo de Risco para a Gagueira do Desenvolvimento - PRGD. RESULTADOS: a razão masculino/feminino foi de 3,3:1. A única diferença estatisticamente significante dos fatores de risco analisados nos gêneros masculino e feminino foi a maior ocorrência de fatores comunicativos associados no gênero masculino (p=0,003. Houve uma semelhança dos achados entre os meninos e as meninas: quanto ao tempo de duração das disfluências a maioria apresentou mais de 12 meses de duração, a tipologia gaga foi a mais freqüente, a presença de fatores estressantes emocionais ocorreu na maior parte das crianças, e finalmente os fatores qualitativos associados, como taxa de elocução aumentada, tensão visível e incoordenação pneumo-fono-articulatória estiveram presentes em grande parte da amostra. CONCLUSÃO: os resultados desta investigação permitiram concluir que nos casos de crianças com alto risco para a gagueira isolada ocorreu a interação de inúmeros fatores, sugerindo que o distúrbio é multifatorial. Também foi possível concluir que a interação de alguns fatores como gênero masculino, tipologia gaga manifestada por mais de 12 meses, com início persistente, na presença de fatores qualitativos e comunicativos associados pode representar risco maior para o desenvolvimento da gagueira persistente.PURPOSE: to analyze the following factors: gender, age, type of the onset of disfluencies, duration and typology of disfluencies; physical and emotional stresses and communicative and qualitative factors associated in children

  20. A (Não Influência do Fator Transgeracional na Escolha de Produtos para Bebês

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno do Nascimento Sutil

    2016-12-01

    Full Text Available O artigo a seguir estuda o processo de decisão de compras das consumidoras de produto para bebês sob a ótica dos influenciadores externos, trazendo à luz o seu processo de busca de informações com seus pares, famílias e outras fontes. Para tal, foram feitas entrevistas em profundidade com sete mães que tiveram filhos até 18 meses antes do período de coleta, e com as avós das crianças. Como principais resultados, se observam o impacto de desconhecidas, porém, pares, como fortes influenciadoras nas escolhas, a partir de suas experiências pessoais com o mesmo tipo de compra. Tal influência demostrou superar, inclusive, as indicações de pessoas próximas, como família e amigos, e influenciadores de autoridade, como médicos pediatras.

  1. FATORES ASSOCIADOS À VIOLÊNCIA EM ESCOLARES: AMPLIANDO SABERES E PRÁTICAS PARA A ENFERMAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Biazus Dalcin

    2016-01-01

    Full Text Available El presente estudio tuvo como objetivo identificar factores asociados a violencia en estudiantes de escuelas públicas de la región central del Río Grande do Sul. Estudio observacional, analítico y transversal. La muestra estuvo conformada por 435 estudiantes de quinto grado de escuela primaria hasta el nivel secundario. Los datos fueron recolectados por medio de entrevistas utilizando cuestionario estructurado. Las asociaciones entre variables dependientes e independientes se tomaron del modelo de regresión de Poisson. El análisis de datos indicó un aumentó en la prevalencia entre violencia y variables de sexo masculino, mayor número de hermanos y bajos ingresos, mientras que la religión se asoció como indicador de protección de violencia psicológica. Se concluye que los enfoques intersectoriales, interdisciplinarios y multidimensionales se revelan como estrategias para acciones de enfrentamiento a la violencia. Algunas estrategias específicas de intervenciones de enfermería son indicadas para prevenir los riesgos asociados a violencia.

  2. Fatores críticos para a melhoria contínua em indústrias brasileiras Critical factors for the continuous improvement in brazilian manufacturing companies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Carlos Oprime

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é identificar e analisar fatores críticos no desenvolvimento de atividades de melhoria contínua (MC em empresas industriais brasileiras. Um modelo conceitual de relacionamento entre práticas e resultados foi testado por meio de um survey utilizando uma amostra de 46 empresas industriais. Fatores como: treinamento em ferramentas de solução de problemas, o incentivo a sugestões, a comunicação face a face, visitas ao chão de fábrica e adoção de sistemas de incentivos, se mostraram críticos para alcance de sucesso em atividades de MC. Identificaram pela análise fatorial dois constructos críticos relacionados ao processo de melhoria contínua: 1 a promoção das atividades de melhoria contínua por meio de políticas de incentivos; e 2 o suporte e liderança da alta administração e ativa participação da gerência. Observou-se que há relação estatisticamente significativa entre o uso de técnicas de solução de problemas e mecanismos de incentivos com o desempenho das empresas.The aim of this paper is to identify and analyze critical factors in the development of continuous improvement (CI activities in Brazilian manufacturing companies. A conceptual model of relationship between practices and results was tested through a survey conducted in 46 manufacturing companies. Factors such as: problems solving tools training, suggestion incentives, face-to-face communication, visits to the shop floor and adoption of incentive systems, have proved to be critical at reaching success in CI activities. Through factorial analysis, two critical constructs concerning continuous improvement process were identified: 1 promotion of continuous improvement through incentive mechanisms; and 2 High level management support and leadership and management active involvement. It was observed that there is a statistically meaningful relationship between the use of problem solving techniques and the incentive mechanisms in face of

  3. Fatores de risco para o desenvolvimento de criancas atendidas em Unidades de Saude da Familia, ao final do primeiro ano de vida: aspectos sociodemograficos e de saude mental materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Gerardo Ribeiro

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é verificar fatores de risco e proteção para o desenvolvimento de crianças de 1 ano, atendidas em unidades de saúde da família. Estudo transversal com 65 crianças de aproximadamente 1 ano, atendidas em duas Unidades de Saúde da Família, e suas respectivas mães. Avaliou-se o desenvolvimento através de um teste de screening para rastreamento de risco. As mães responderam a uma entrevista e ao SRQ-20 para identificar indicadores de transtorno mental comum (TMC. Realizou-se análise descritiva dos dados e procedeu-se a análise estatística inferencial. Estavam em risco para o desenvolvimento global 43,1% das crianças e as áreas mais afetadas foram linguagem e motricidade fina; 44,6% das mães pontuaram para indicativo de transtorno mental comum, quando a criança tinha 1 ano. Na análise bivariada, depressão referida, tabagismo, infecções na gravidez, TMC após o nascimento e trabalhar fora associaram-se significativamente com o desenvolvimento da criança. Após os ajustes, apenas TMC apresentou-se como fator de risco e trabalhar fora fator de proteção. Para aumentar as chances de sucesso de programas direcionados a crianças com risco para o desenvolvimento em unidades de saúde parece importante ter dois focos: a estimulação da criança e a saúde mental materna.

  4. FATORES DE RISCO PARA DOENÇA CARDIOVASCULAR E AVALIAÇÃO QUALITATIVA DA ALIMENTAÇÃO EM UNIVERSITÁRIOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Romão Nogueira

    2016-03-01

    Full Text Available O consumo de alimentos ricos em carboidratos refinados, colesterol, pobres em fibras alimentares e com elevados teores de gorduras saturadas e trans aumentam o risco de desenvolvimento de DCVs. Por outro lado, a ingestão de carnes magras, frutas, verduras, legumes e alimentos integrais possui efeito protetor contra o processo aterosclerótico; por isso, é importante adequar a qualidade da alimentação para prevenir o risco cardiovascular. Portanto, os objetivos deste trabalho são: avaliar o consumo alimentar dos universitários e avaliar o acúmulo de gordura abdominal. Trata-se de estudo transversal, com universitários do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário que abordou dados pessoais, hábitos de vida, dados antropométricos referidos (altura e peso, circunferência de abdômen e Questionário de Frequência Alimentar. Foram avaliados 62 universitários, sendo a maioria do sexo feminino, com idade entre 19 e 41 anos, solteiros, sedentários, não-fumantes e não consumidores de bebidas alcoólicas regularmente. Não possuem doenças crônicas, porém apresentam histórico familiar de HAS e Diabetes Mellitus. A amostra apresentou média de IMC de 22,2kg/m² e circunferência de cintura de 78,6 centímetros para as mulheres e 85,5 centímetros para os homens. Em relação ao consumo alimentar, os universitários apresentaram baixo consumo de leite desnatado, iogurte, peixes, frutos do mar, frutas, carne bovina frita, frango frito ou com pele, manteiga, margarina, refrigerantes, sucos artificiais, sanduíches, pizza e fast-food, bolos, bolachas, chocolates. Os universitários apresentaram poucos fatores de risco para DCVs: sedentarismo, baixo consumo de alimentos protetores e antecedentes familiares de doenças crônicas.

  5. Expressão de C-KIT como fator prognóstico para pacientes com câncer de mama triplo-negativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ricardo Abdel Fattah Martini

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente do mundo, só perdendo para o câncer de pulmão. O mau prognóstico do câncer de mama está muito associado aos subtipos moleculares que ele apresenta. Os tumores triplo-negativos, são uma classe muito peculiar, por serem de um pior prognóstico e não apresentarem drogas específicas para tratamento. Outro receptor estudado atualmente é o c-KIT, um receptor de membrana tipo tirosina-kinase. Atualmente, estuda-se a expressão do c-KIT como um fator independente de pior prognóstico nos tumores de mama, o que justifica as pesquisas sobre a prevalência de sua expressão, que confirmem esse pior prognóstico. Fármacos que inibidores de tirosina-kinase, relevam a importância dessa relação para futuros tratamentos. Metodologia: é uma análise imunohistoquímica para procura da expressão de c-KIT em biópsias de triplo-negativo e, concomitantemente, avaliação de prontuários desses pacientes em busca de piores prognósticos da doença. Resultados: Foram analisados 9.975 registros entre 2011 e 2012, encontrou-se uma prevalência de triplo-negativos de 15,8%. Observamos a expressão de c-kit em 33% das amostras, sendo os maiores graus de expressão associados aos maiores estádios da doença. Conclusão: Assim como o ki-67, vimos que os maiores níveis de expressão esteve presente em altos graus de estadiamento. A expressão dos receptores pode ser utilizada como marcador de prognóstico.

  6. Número ideal de filhos como fator de risco para laqueadura tubária Ideal number of children as a risk factor for tubal ligation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Campos de Carvalho

    2004-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é avaliar a associação entre o número ideal de filhos (NIF e a realização da laqueadura. Foi feito um estudo de caso-controle aninhado, com base em uma análise secundária de dados obtidos em um estudo de coorte sobre a saúde reprodutiva de mulheres em Campinas, São Paulo, Brasil, que teve como sujeitos 3.878 mulheres, das quais 1.012 eram laqueadas (casos. A relação entre NIF e o número de nascidos vivos (NV foi dividida em duas categorias (NIF > NV e NIF ¾ NV. Foram calculados os riscos relativos estimados (odds ratio para a realização de laqueadura e seus respectivos intervalos de confiança (IC 95% para a relação NIF/NV, estratificando-se para outras dez variáveis. Todas as variáveis preditoras foram incluídas em um modelo de regressão logística para identificar os fatores independentemente associados à esterilização definitiva. Observou-se que o risco de laqueadura foi maior entre as mulheres com NIF The purpose of this paper was to evaluate the association between ideal number of children (INC and female sterilization. A nested case-control study was performed through a secondary analysis of data from a cohort study on the reproductive health of women in Campinas, São Paulo, Brazil. A total of 3,878 women were included, 1,012 being sterilized (cases. The relationship between INC and number of live births (LB was divided in two categories (INC > LB and INC ¾ LB. The relative risks of performing tubal ligation were calculated (odds ratio with their respective 95% confidence intervals for the relation INC/LB and all control variables. All predictor variables were included in a logistic regression model in order to identify the factors independently associated with female sterilization. The results showed that the risks of tubal ligation were higher among women with INC < LB, higher age, with partners, higher family income, more than two previous pregnancies, more deliveries, fewer abortions

  7. Fatores de risco para remoção neonatal da Casa de Parto de Sapopemba - São Paulo.

    OpenAIRE

    Marcia Duarte Koiffman

    2006-01-01

    A Casa do Parto de Sapopemba (CPS) é uma unidade autônoma, isolada do hospital, integrada ao Sistema Único de Saúde. Atende mulheres com gestação de baixo risco e a assistência é prestada exclusivamente por obstetrizes e enfermeiras obstétricas. Este modelo tem sido criticado em relação à segurança para a mulher e recém-nascido. A literatura aponta menos intervenções desnecessárias e maiores níveis de satisfação das mulheres atendidas em casas de parto. No Brasil existem poucos estudos sobre ...

  8. Factores sociales para el uso de alcohol en adolescentes y jóvenes Fatores sociais para o uso de álcool em adolescentes e jovens Social risk factors for alcohol use among adolescents and youth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Débora Acosta

    2011-06-01

    Full Text Available Esta investigación analiza factores sociales de riesgo y de protección para el consumo excesivo de alcohol a partir de los datos de la Encuesta Nacional sobre prevalencias de consumo de sustancias psicoactivas, en 2008, en la población de jóvenes argentinos de 16 a 24 años. Se realizó análisis bivariado y multivariado. Se observó como factores de riesgo: la edad de inicio (el menor edad tiene mayor riesgo, la región Pampeana, Noroeste y Noreste, el género masculino y el provenir de hogares con necesidades básicas insatisfechas. Entre los factores protectores identifica: inactividad, no haber tenido posibilidad de probar drogas ilícitas, no sentir deseos de probar drogas ilícitas, y no haber consumido: tabaco, tranquilizantes, cocaína y pasta base - alguna vez en la vida. Los resultados aportan información útil para la formulación de programas preventivos para la población adolescente y joven.Este estudo analisa os fatores sociais de risco e proteção para o uso excessivo de álcool, a partir dos dados da "Pesquisa nacional sobre a prevalência do uso de substâncias psicoativas, em 2008", na população de jovens argentinos, de 16 a 24 anos. A análise bivariada e análise multivariada foram utilizadas. Observou-se, como fatores de risco para a idade de início (quanto mais jovem, maior o risco, a região dos Pampas, Noroeste e Nordeste, o sexo masculino, provenientes de famílias com necessidades básicas insatisfeitas e idade de início. Entre os fatores de proteção encontram-se a ociosidade, não ter oportunidade de experimentar drogas ilícitas, não se sentir tentado a experimentar drogas ilícitas e não ter usado o tabaco, ou tranquilizantes, ou cocaína, ou base de cocaína, uma vez na vida. Os resultados fornecem informações úteis para o desenvolvimento de programas de prevenção na população adolescente e jovens.This study examines the social risk and protection factors for excessive alcohol use, based on the

  9. Fatores de risco hospitalar para implante de bioprótese valvar de pericárdio bovino Hospital risk factors for bovine pericardial bioprosthesis valve implantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mateus W. De Bacco

    2007-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Identificação de fatores de risco pré-operatórios na cirurgia cardíaca valvar visa melhor resultado cirúrgico pela possível neutralização de condições relacionadas com morbi-mortalidade aumentada. OBJETIVO: Este estudo objetiva identificar fatores de risco hospitalar em pacientes submetidos a implante de bioprótese de pericárdio bovino. MÉTODOS: Estudo retrospectivo incluindo 703 pacientes consecutivos submetidos a implante de pelo menos uma bioprótese de pericárdio bovino St. Jude Medical-Biocor® de setembro de 1991 a dezembro de 2005 no Instituto de Cardiologia do RS, sendo 392 aórticos, 250 mitrais e 61 mitro-aórticos. Analisadas as características sexo, idade, índice de massa corporal, classe funcional (New York Heart Association - NYHA, fração de ejeção, lesão valvar, hipertensão arterial sistêmica, diabete melito, função renal, arritmias cardíacas, cirurgia cardíaca prévia, revascularização miocárdica, plastia tricúspide e caráter eletivo, de urgência ou de emergência da cirurgia. Desfecho primordial foi mortalidade hospitalar. Utilizou-se regressão logística para examinar relação entre fatores de risco e mortalidade hospitalar. RESULTADOS: Ocorreram 101 (14,3% óbitos hospitalares. Características significativamente relacionadas à mortalidade aumentada foram sexo feminino (p 2,4mg/dl (p=0,004, classe funcional IV (pBACKGROUND: Identification of preoperative heart valve surgery risk factors aim to improve surgical outcomes with the possibility to offset conditions related to increased morbidity and mortality. OBJECTIVE: Intent of this study is to identify hospital risk factors in patients undergoing bovine pericardial bioprosthesis implantation. METHODS: Retrospective study including 703 consecutive patients who underwent implantation of at least one St. Jude Medical-Biocor™ bovine pericardial bioprosthesis between September 1991 and December 2005 at the Rio Grande do Sul

  10. Is adolescent pregnancy a risk factor for low birth weight? Embarazo en la adolescencia es factor de riesgo para el bajo peso al nacer? Gravidez na adolescência é fator de risco para o baixo peso ao nascer?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alzira Maria D'avila Nery Guimarães

    2013-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The objective of this study was to evaluate whether adolescent pregnancy is a risk factor for low birth weight (LBW babies. METHODS: This was a cross-sectional study of mothers and their newborns from a birth cohort in Aracaju, Northeastern Brazil. Data were collected consecutively from March to July 2005. Information collected included socioeconomic, biological and reproductive aspects of the mothers, using a standardized questionnaire. The impact of early pregnancy on birth weight was evaluated by multiple logistic regression. RESULTS: We studied 4,746 pairs of mothers and their babies. Of these, 20.6% were adolescents (OBJETIVO: Evaluar el embarazo en la adolescencia como factor de riesgo para bajo peso al nacer. MÉTODOS: Estudio transversal incluido en una cohorte de puérperas y sus respectivos recién nacidos, en las cuatro maternidades de Aracaju, SE (Brasil, de marzo a julio de 2005. Se estudiaron 4.646 pares de madres/recién nacidos. Los datos se colectaron consecutivamente durante cuatro meses. Variables sociales, biológicas y asistenciales se obtuvieron por medio de cuestionario estandarizado. Se realizó regresión logística múltiple, con control de factores de confusión y de modificación. RESULTADOS: Del total analizadas, 20,6% eran adolescentes (OBJETIVO: Avaliar a gravidez na adolescência como fator de risco para baixo peso ao nascer. MÉTODOS: Estudo transversal incluído numa coorte de puérperas e seus respectivos recém-nascidos, nas quatro maternidades de Aracaju, SE, de março a julho de 2005. Os dados foram coletados consecutivamente durante quatro meses. Variáveis sociais, biológicas e assistenciais foram obtidas por meio de questionário padronizado. Foi realizada regressão logística múltipla, com controle de fatores de confusão e de modificação. RESULTADOS: Foram estudados 4.746 pares de mães/recém-nascidos. Dessas, 20,6% eram adolescentes (< 20 anos. As mães adolescentes apresentaram piores

  11. Fatores prognósticos para o desenvolvimento cognitivo de prematuros de muito baixo peso Prognostic factors for cognitive development of very low birth weight premature children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dalva Barbosa Baker Méio

    2003-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Crianças prematuras, de muito baixo peso, podem apresentar alterações em seu desenvolvimento cognitivo. No Brasil, pouco se conhece sobre a evolução dessas crianças na idade pré-escolar. O objetivo do estudo foi descrever o desenvolvimento cognitivo de uma população de recém-nascidos prematuros de muito baixo peso e verificar possíveis fatores prognósticos para desenvolvimento cognitivo anormal. MÉTODOS: Um estudo de coorte foi realizado com uma população de crianças pré-escolares, nascidas prematuras, de muito baixo peso, entre janeiro de 1991 e setembro de 1993. O desenvolvimento cognitivo foi avaliado por meio do teste WPPSI-R (Wechsler Preschool and Primary Intelligence Scales aplicado por psicólogas, utilizando dois pontos de corte para definição de anormalidade: escores abaixo de 1 e 2, desvios padrões da média (DP. RESULTADOS: Foram avaliadas 79 crianças de quatro a cinco anos de idade. A média do escore total do teste WIPPSI-R foi de 75,6 (±11,9. A incidência de escore total anormal foi de 77,2% e de 32,9% (1DP e 2 DP, respectivamente. Após o ajuste por "tipo de parto", ser pequeno para a idade gestacional (OR=6,19; IC95% 1,60-23,86, ultra-som transfontanela anormal (OR=5,90; IC95% 1,04-9,83 e ser do sexo masculino (OR=3,20; IC 95% 1,32-26,35 foram os fatores que predisseram escore total OBJECTIVE: Very low birth weight premature children often show cognitive development abnormalities. There is scarce information about the outcome of these children at preschool age in Brazil.The objective of the study is to describe the cognitive development of a population of premature newborns and to assess possible prognostic factors for abnormalities. METHODS: A cohort study was conducted in a preschool children population whose subjects were very low birth weight premature babies born between January 1991 and September 1993. WPPSI-R Test was used for cognitive evaluation and it was applied by psychologists. Two

  12. Representa o sexo feminino um fator de risco para a revascularização do miocárdio (RM em nosso meio?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Forte Amarante

    2009-07-01

    Full Text Available Introdução: segundo Wenger, nos países desenvolvidos mais de 50% das mulheres morrem em consequência de doenças cardiovasculares. A morte súbita é responsável por 35% dessa mortalidade. Com a intenção de otimizar a terapêutica nos propusemos a conhecer o perfil da mulher operada em nosso Centro e estabelecer se o sexo representa um fator de risco isolado para a RM. Método: estudo de coorte histórico. População fonte com 83 pacientes, sendo o primeiro grupo (G1 formado por 23 mulheres e o segundo (G2 formado por 60 homens. Roteiro com 32 itens para coleta de dados. Análise univariada. Nível de significância de 5%. Aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição. Resultados: no G1 a média de idade foi de 65,23±12,37 e IMC de 27,45±6,28. No G2 a média de idade foi de 61,69±10,15 e o IMC de 28,22±5,99. A análise univariada identificou: idade (P=0,045, peso (P=0,07, altura (P=0,128, IMC (P=0,895, angina (P=0,159, ICC (P=0,614, IAM prévio (P=0,395, diabetes (P=0,144, DPOC (P=0,890, tabagismo (P=0,819, dislipidemia (P=0,513, HAS (P=0,505, AVC pré (P=0,547, número de artérias lesadas (P=0,868, número de enxertos realizados (P=0,667, uso de CEC (P=0,104, IAM pós (P=0,159, assistência respiratória prolongada (P=0,768, AVC pós (P=0,577, insuficiência renal pós (p=0,083, reoperação por sangramento (p=0,321, sangramento (P=0,238, infecção pós (P=0,579, permanência hospitalar (P= 0,221 e óbito hospitalar (P=0,666. Conclusão: a revascularizada é uma paciente idosa (62,90±10,92, com sobrepeso, anginosa (97,6%, diabética (45,6%, hipertensa (62,30%, com IAM prévio (59,7%. A prevalência da doença coronária é maior no sexo masculino (2,6/1, e o sexo feminino não representou um fator de risco isolado para a revascularização do miocárdio.

  13. Fundos de Pensão no Brasil: uma análise dos fatores determinantes para sua expansão na perspectiva dos seus gestores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Antônio de Camargos

    2012-06-01

    Full Text Available Interesse de milhões de brasileiros, a previdência privada fechada, conhecida como fundo de pensão, caracteriza-se pela adoção de um plano previdenciário para um grupo de pessoas. O objetivo deste trabalho é identificar os fatores determinantes para a ampliação desse sistema, na percepção de seus gestores. Foram realizadas 19 entrevistas com gestores de fundos de pensão e de empresas de consultoria atuarial, em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Tais fundos geriram R$ 141,01 bilhões, em 2008, representando 33,64% dos recursos desse sistema no Brasil. No tratamento dos dados, utilizou-se a análise do significado semântico-pragmático (MATTOS, 2006, que busca a compreensão dos significados de contexto, pressupostos ou implicados em cada resposta ou emergentes da relação dessas respostas. Dos resultados, destacam-se importantes considerações e propostas: a questão da educação previdenciária, novos incentivos fiscais e tributários, a utilização de parte do FGTS e a flexibilização da legislação para fomentar o crescimento dessa previdência no país. ----- Private Pension Funds in Brazil: an analysis of determining factors in their expansion from a managerial perspective ----- ABSTRACT ----- Private pension funds, of interest to millions of Brazilians, are characterized by retirement plans limited to a certain group of people.This paper aims to identify the determinants for the extension of such private pension funds from the perspective of managers thereof. Nineteen managers of pension funds and actuarial consulting firms in Minas Gerais, Sao Paulo and Rio de Janeiro were interviewed. Such funds managed R$ 141.01 billion in 2008, representing 33.64% of the resources in the system in Brazil. Tthe data treatment used was the analysis of the semantic-pragmatic meaning (Mattos, 2006, which seeks to understand the meanings of context assumed or involved in each response or emerging from the relationship of

  14. Menopausa: fator de risco para doença periodontal? Menopause: a risk factor for periodontal disease?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Pallos

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar se existe relação entre os parâmetros periodontais e os níveis de estrógeno e densitometria óssea mineral (DOM. MÉTODOS: foram avaliadas 46 mulheres na pós-menopausa entre 44 e 68 anos de idade (52,2±4,8 e 15 mulheres como grupo controle entre 35 e 54 anos de idade (44,7±7,5. Parâmetros periodontais como profundidade à sondagem (PS, perda de inserção clínica (PIC e dentes ausentes (DA foram comparados com os níveis de estrógeno (suficiente e deficiente e DOM em normais, osteopênicas e osteoporóticas. Os dados foram comparados pela diferença das médias entre os grupos e analisados pelo teste de Aspin-Welch. RESULTADOS: as médias dos parâmetros de PS, PIC e DA, quando associados ao grau da DOM em normais (2,1±0,5; 2,9±1,4 e 10,6±5,0, osteopênicas (2,3±0,7; 3,0±1,1 e 12,8±5,1 e osteoporóticas (2,4±0,6; 2,7±0,9 e 14,3±5,7, não mostraram diferenças significativas (p>0,05. Foi encontrada diferença significante entre o grupo controle e nas mulheres menopausadas para PIC e DA. Quando comparados com os níveis de estrógeno os resultados demonstraram igualdade para os parâmetros periodontais. CONCLUSÕES: apesar de alguns estudos demonstrarem correlação positiva da doença periodontal com osteoporose e com os níveis de estrogênio, na população de mulheres menopausadas estes dados não foram confirmados neste estudo.PURPOSE: to verify if there is a relationship between the clinical periodontal parameters and estrogen levels and bone mineral density (BMD. METHODS: forty-six post-menopausal women aged 44 to 68 years (52.2±4.8 and 15 women aged 35 to 54 years (44.7±7.5 were evaluated. Periodontal parameters like probing depth (PD, clinical attachment loss (CAL, and missing teeth (MT were compared with estrogen levels (sufficient and insufficient and BMD (normal, osteopenic and osteoporotic. Data of the mean difference between the groups were compared by the Aspin-Welch test. RESULTS: the means

  15. Fatores críticos para a produção de agregado reciclado em usinas de reciclagem de RCC da região nordeste do Brasil

    OpenAIRE

    Melo,Adriana Virgínia Santana; Ferreira,Emerson de Andrade Marques; Costa,Dayana Bastos

    2013-01-01

    As usinas de reciclagem de resíduos da construção civil (RCC) no Brasil produzem agregado reciclado com alta variabilidade mineral e baixa empregabilidade. Suas atividades dependem da construção civil e das diretrizes para produção do agregado reciclado, com foco na substituição ao agregado natural. Este trabalho identifica fatores críticos para a produção de agregado reciclado em usinas de reciclagem de RCC por meio da avaliação das usinas da região Nordeste do Brasil, conforme a norma NBR 1...

  16. Exploração de fatores de risco para lesões no atletismo de alta performance Finding of risk factors for injuries in high performance athletics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Marcelo Pastre

    2007-06-01

    Full Text Available Os fatores de risco para instalação de lesões do esporte têm sido pesquisados no sentido de facilitar o entendimento sobre o assunto. Contudo, para altos níveis de performance, nos eventos de pista e campo do atletismo, são escassos os documentos que abordam o tema. Assim, a partir da possibilidade de reunir informações sobre a condição descrita, objetivou-se com o presente estudo a exploração de fatores de risco para lesões desportivas no atletismo, a partir de inquérito aplicado a atletas da elite mundial da modalidade. A população foi composta por 60 homens e 60 mulheres alocados em grupos conforme a especificidade de sua modalidade (velocidade, resistência, arremessos e saltos. Realizou-se entrevista utilizando-se de inquérito de morbidade referida, abordando questões sobre variáveis antropométricas e de treinamento, assim como lesões. Utilizou-se a técnica da análise de variância paramétrica para as variáveis antropométricas (idade, peso, estatura e da técnica da análise de variância não paramétrica em relação às variáveis de treinamento (anos de treinamento e horas semanais. Para associação entre momento de lesão e especialidades, utilizou-se do teste de Goodman em nível de 5% de significância. Os resultados mostraram que houve elevada freqüência de lesões na modalidade em ambos os sexos. As taxas de lesão por atleta entrevistado foram de 0,92 (velocidade, 1,08 (resistência, 1,22 (saltos e 1,20 (arremessos. Não houve diferença estatisticamente significante para as variáveis antropométricas e de treinamento em relação às provas, com exceção dos saltadores, que apresentaram diferenças para estatura e tempo de treinamento; nesse caso, os acometidos são mais altos ou praticam atletismo há menos tempo (P The risk factors for installation of sports injuries have been researched to facilitate the understanding about the issue. However, for high performance levels, in the track and field

  17. Fatores de risco para infarto do miocárdio no Brasil: estudo FRICAS Risk factors for acute myocardial infarction in Brazil (FRICAS study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Dias da Silva

    1998-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores de risco para a ocorrência de infarto agudo do miocárdio (IAM no Brasil. MÉTODOS: Estudo conduzido entre janeiro/94 e março/95, em 20 centros médicos no Brasil, constituído de casos, 299 pacientes com IAM e, controles, 292 indivíduos, identificados no mesmo centro que os casos, e admitidos com largo espectro de doenças agudas, não relacionadas a fatores de risco conhecidos ou suspeitos para IAM. Os dados foram colhidos por meio de um questionário estruturado, preenchido pelo próprio paciente. Os efeitos das variáveis pesquisadas sobre a ocorrência de IAM foram estudadas em abordagens univariadas, considerando-se significativo pPURPOSE: To determine risk factors related to acute myocardial infarction (AMI in Brazil. METHODS: Five hundred ninety one patients were selected in 20 medical centers in Brazil, between January/94 and March/95. Two-hundred-ninety-nine patients were cases, and 292 controls with a variety of acute diseases not related to the suspected or known risk factors for acute myocardial infarction. All data were collected through a structured questionnaire filled by the patients. The evaluation of the variables was done through univariate analysis with a significance level of 5%. RESULTS: The factors related to acute myocardial infarction were respectively to cases and controls: Hypercholesterolemia - 210.93±46.74mg/dl and 185.71±45.45mg/dl, (p=0.000; smoking - 41.69% and 27.20% (p=0.000; hypertension - 52.35% and 20.88% (p=0.000; diabetes - 19.70% and 9.93% (p=0.001; family history - related to the patient's father in 42.14% and 33.22% (p=0.025 and to the mother in 42.14% and 30.82% (p=0.007; socioeconomic level - 88.99% and 60.20% owned house (p=0.002; 44.45% and 33.21% owned car (p=0.010; physical activity - 56.83% and 48.28% had the habit of walking in the year prior to study entry (p=0.029; diet - 38.79% and 28.42% consumed canned food (p=0.013. The mean weight was 72.50±26.89kg

  18. Fatores de risco para sobrepeso entre adolescentes: análise de três cidades brasileiras Risk factors for overweight among adolescents: analysis of three Brazilian cities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela da Costa Ribeiro

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar análise comparativa de fatores de risco para sobrepeso em adolescentes de três cidades brasileiras, Pelotas, São Paulo e Goiânia. MÉTODOS: Os três bancos de dados são provenientes de estudos com delineamento do tipo caso-controle, que investigaram fatores de risco para sobrepeso/obesidade entre adolescentes das três cidades. Classificaram-se os adolescentes como sobrepeso quando o Índice de Massa Corporal estava acima do percentil 85 em relação ao padrão de referência do National Center for Health Statistcs. Procedeu-se à análise multivariada com modelo hierárquico de regressão logística. RESULTADOS: Foram estudados 903 adolescentes pós-púberes (443 casos e 460 controles. A análise não-ajustada dos três bancos de dados combinados aumentou o poder das associações quando meninos e meninas foram considerados separadamente. Educação materna menor ou igual a 8 anos duplicou o risco de sobrepeso entre meninas; obesidade dos pais esteve fortemente associada ao sobrepeso dos adolescentes; tempo de televisão maior ou igual a 4 horas associou-se ao sobrepeso apenas entre meninas; consumo de gordura visível da carne aumentou o risco de sobrepeso entre os meninos em 70% e consumo de frituras apresentou associação inversa entre as meninas. Finalmente, o consumo de álcool esteve significante e inversamente associado ao sobrepeso entre meninos. CONCLUSÃO: Meninas pós-púberes, provenientes de famílias com baixa escolaridade, devem receber atenção especial durante o planejamento e a execução de estratégias de prevenção e controle do sobrepeso.OBJECTIVE: The objective of this study was to conduct a comparative analysis of risk factors for overweight among adolescents from three Brazilian cities, Pelotas, São Paulo and Goiânia. METHODS: The three datasets derived from case-control studies that investigated risk factors for overweight/obesity among adolescents from the three cities. Adolescents were

  19. Is MTHFR polymorphism a risk factor for Alzheimer's disease like APOE? Polimorfismo da MTHFR é um fator de risco para demência de Alzheimer como APOE?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liana Lisboa Fernandez

    2005-03-01

    Full Text Available BACKGROUND: The role of methylenetetrahydrofolate reductase (MTHFR gene polymorphisms as risk factors for the occurence of Alzheimer's disease (AD is still controversial: OBJECTIVE: To verify the association between MTHFR and apolipoprotein E (APOE polymorphisms and Alzheimer's disease. METHOD: This work was conducted as a case-control study. Cases included thirty patients with probable AD. Controls were constituted by 29 individuals without dementia according to neuropsychological tests paired to age, sex, race and educational level. DNA was isolated from peripheral leukocytes of anticoagulated venous blood. Genotyping of APOE and MTHFR were performed by DNA amplification and digestion. The frequences of APOE and MTHFR genotypes were submitted by chi-square test corrected by Fisher test; the APOE genotypes, to chi-square linear tendency test and the frequences of MTHFR mutant and AD, by stratificated anlysis adjust by Mantel-Haenszel method. RESULTS: There was significant difference about APOE4 and APOE2 in the groups. (p=0.002 The odds ratio increased exponentially with the increased number of E4 allele (chi2 linear tendency test. No significant difference was detected on MTHFR genotypes in both case and control groups. CONCLUSION: The APOE4 is a risk factor and demonstrated a dose-depenent effect while APOE2 allele conferred a protection to AD. The MTHFR mutation had no correlation with AD.INTRODUÇÃO: O papel do polimorfismo do gene da metilenotetrahidrofolato redutase (MTHFR como um fator de risco para demência de Alzheimer (DA é controverso ainda. OBJETIVO: Verificar a associação entre os polimorfismos da MTHFR e apolipoproteína E (APOE e DA. MÉTODO: O trabalho foi conduzido como um estudo caso-controle. Trinta pacientes com DA provável foram incluídos no grupo caso. Vinte e nove indivíduos sem demência comprovadas por testes neuropsicológicos, emparelhados pela idade, sexo, cor e nível educacional constituíram o grupo

  20. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos Dementia as risk factor for severe bone fractures among the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Mesquita Carvalho

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.INTRODUCTION: Falls among elderly represent an important public health concern due to its high incidence, health implications, and medical care costs. The study aims to assess the association between dementia and bone fracture risk after falls among the elderly. METHODS: A case-control of 404 subjects aged 60 years old or more living in Rio de Janeiro, Brazil, was carried out. Cases and controls were matched by age, sex, and

  1. Risk Factors for Type 2 Diabetes Mellitus in Children Factores de riesgo para diabetes mellitus tipo 2 en niños Fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suyanne Freire de Macêdo

    2010-10-01

    Full Text Available This study investigates risk factors for type 2 diabetes mellitus in a population of children in public schools, Fortaleza, CE, Brazil. A total of 727 children aged 6 to 11 years old from 12 schools were evaluated between March and June 2008. A form addressing socio-demographic data, body mass index, blood pressure, capillary blood glucose and waist circumference was applied. A total of 54.1% of the children were female, 21.7% were overweight, 6.6% were obese, 27% had central obesity, 6.2% showed altered capillary glucose, and 17% high blood pressure. In relation to risk factors, 53.4% presented no risk factors; 24.3% had at least one factor and 18.8% two risk factors. Nurses can intervene in schools through educational health programs encouraging the adoption of healthy habits and identifying children at risk of type 2 diabetes mellitus.El estudio tuvo como objetivo identificar factores de riesgo para diabetes mellitus tipo 2 en una población de niños de escuelas públicas de Fortaleza, Brasil. Fueron evaluadas 727 niños de 6 a 11 años, de 12 escuelas, en los meses de marzo a junio de 2008. Fue aplicado un formulario abordando aspectos sociodemográficos, índice de masa corporal, presión arterial, glucemia capilar y, circunferencia de la cintura. Fue identificado que 54,1% de los sujetos eran del sexo femenino, 21,7% tenían exceso de peso, 27% obesidad central, 6,2% alteraciones en la glucemia y 17,9% presión arterial elevada. En relación a los factores de riesgo, 53,4% no lo presentaban, 24,3% tenían por lo menos un factor y 18,8% dos factores. La enfermería puede actuar en las escuelas por medio de acciones de educación en salud, incentivando la adopción de hábitos de vida saludables y identificando niños con riesgo para diabetes mellitus tipo 2.O estudo teve como objetivo identificar fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 numa população de crianças de escolas públicas de Fortaleza, CE, Brasil. Foram avaliadas 727

  2. Estresse e fatores psicossociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Pellegrini Pessoa dos Reis

    Full Text Available O interesse pelo estudo do estresse no trabalho tem sido crescente na literatura científica, particularmente nos últimos anos. Uma razão para o aumento de pesquisas sobre esse tema está nas repercussões das condições e da organização do trabalho na saúde e no bem-estar dos empregados e, em consequência, no funcionamento e na efetividade das organizações. Na economia, o impacto negativo dessa variável tem sido estimado com base na suposição e nos achados de que trabalhadores estressados diminuem seu desempenho e aumentam os custos das organizações com problemas de saúde, com o aumento do absenteísmo, da rotatividade e do número de acidentes no local de trabalho. Tendo em vista a importância do tema, o presente trabalho se propõe a analisar os modelos teóricos sobre estresse ocupacional e fatores psicossociais. Neste artigo, portanto, apresentaremos os princípios dos principais modelos que discutem a relação entre os fatores psicossociais do trabalho e o estresse ocupacional: modelo demandacontrole, modelo demanda-controle-apoio social, modelo do desequilíbrio esforço-recompensa, modelo ecológico e a proposta do National Institute for Occupational and Health (NIOSH.

  3. Crise epiléptica única: análise dos fatores de risco para recorrência First seizure: analysis of risk factors for recurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANNA ELISA SCOTONI

    1999-06-01

    Full Text Available Estudamos crianças acompanhadas em nosso Ambulatório de Epilepsia Infantil que apresentaram primeira crise epiléptica não provocada no período de setembro/1989 a julho/1996. O tempo médio decorrido entre a crise e a inclusão no estudo foi 16 dias. As variáveis: idade, sexo, tipo e etiologia da crise epiléptica, estado de sono, antecedente de convulsão febril (CF, antecedente de crise não provocada nos familiares próximos (AF, eletrencefalograma (EEG e tomografia computadorizada (TC foram avaliadas como fatores de risco para recorrência. Encontramos dois grupos de pacientes, quanto a etiologia das crises: -(a crises idiopáticas (G-CI e (b crises sintomáticas remotas (G-CSR. Este último grupo tinha apenas dois pacientes e foram excluídos. Prosseguimos a análise com os pacientes do G-CI (n=86. Foi observada recorrência em 29 crianças (33%, durante seguimento médio de 2,4 anos. Através de método estatístico, que utilizou o modelo de riscos proporcionados para análise uni e multivariada, observamos que os pacientes com EEG alterado e aqueles com AF positivo tiveram maior risco de recidiva (p We studied chidren who presented with a first seizure and came to the outpatient clinic for childhood from September/1989 to July/1996. The following risk factors were assessed: age, sex, type and etiology of the seizure, sleep state at time of seizure, family history of seizures, electroencephalogram (EEG and computerized tomography (CT. Our purpose was to assess the risk factors in univariable and multivariable analisys. We found two groups of patients according to the etiology: (a idiopathic cases (IC and (b syntomatic cases (SC. This last group had only two patients and was excluded from the analisys. We studied only the IC group with 86 patients. Seizure recurrence was observed 29 children (33%, during 2.4 years. Only patients with abnormal EEG and family history for unprovoked seizures had a higher risk of recurrence (p <0

  4. Fatores associados ao crescimento linear de crianças socialmente vulneráveis do Estado da Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dixis Figueroa Pedraza

    2016-03-01

    Full Text Available Resumo Este trabalho objetivou examinar fatores associados ao déficit de estatura em crianças assistidas em creches do Estado da Paraíba, incluindo a deficiência de zinco. Trata-se de um estudo transversal envolvendo 353 crianças de 6-72 meses de idade. Os dados relativos às características biológicas, à situação de saúde e às condições socioeconômicas foram obtidos através de questionário. O déficit estatural foi determinado por índices de estatura para idade dois escores z abaixo do valor mediano da população de referência. Os níveis de zinco no cabelo foram determinados por espectrofotometria de absorção atômica. A prevalência de baixa estatura foi de 7,36%. O baixo peso ao nascer, a faixa etária de 6-36 meses, o esquema de vacinação incompleto, a baixa estatura materna, o baixo peso materno, a renda familiar per capita inferior a 0,5 salários mínimos e a residência em casa cedida/doada ou invadida apresentaram associação estatística significante com o déficit estatural. As crianças de baixa estatura apresentaram maior exposição à deficiência de zinco, porém sem diferença estatística em relação àquelas de estatura normal. Assim, indica-se claro diferencial do crescimento linear que favorece as crianças de melhor condição socioeconômica e de antecedentes maternos e de saúde favoráveis.

  5. Estudo exploratório do uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico em mulheres pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Tassotti Gelatti

    2016-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou identificar o uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico, em mulheres pós-menopausa. Trata-se de um estudo transversal, analítico e exploratório e subprojeto de uma pesquisa institucional “Estudo multidimensional de mulheres pós-menopausa do município de Catuípe/RS”. As informações relativas ao uso de plantas foram obtidas em entrevista estruturada e os dados relativos ao índice de massa corporal, circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico e glicêmico do banco de dados da referida pesquisa. Foram selecionadas 51 mulheres, 37,2% relataram usar plantas para problemas cardiometabólicos e apresentavam elevado risco cardiovascular. Foram citadas 18 espécies de plantas, três usadas para diabetes mellitus, sendo a Sphagneticola trilobata a mais citada, uma para hipertrigliceridemia, cinco para hipercolesterolemia, entre as quais a Myristica fragrans foi a mais mencionada, uma para hipertensão e três para redução de peso, destacando- se a Camellia sinensis. Para seis das espécies estudadas foi atribuída ação diurética e uma delas tem indicação para problemas cardíacos. Dentre as citadas, seis encontram- se na RDC 10/2010 e três no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopéia Brasileira, contudo, apenas a indicação de uma planta confere com o relato das entrevistadas, por outro lado foram encontrados estudos que relacionaram estas plantas com efeitos cardioprotetores. Considerando a importância do manejo adequado destas doenças, torna- se necessário averiguar se as plantas estão sendo utilizadas para a indicação correta. Sugere-se também a implantação de ações educativas visando qualificar o uso de plantas para diminuir o risco cardiometabólico, utilizando as Políticas do SUS como instrumento de trabalho.Palavras-chave: Risco cardiovascular. Climatério. Terapias complementares. Plantas medicinais. ABSTRACTExploratory study of the

  6. Fatores prognósticos para o parto transvaginal em pacientes com cesárea anterior Prognostic factors for vaginal delivery after cesarian section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos

    1998-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar os fatores prognósticos para a ultimação do parto por via transpélvica em gestantes com cesárea anterior admitidas em trabalho de parto no CAM-IMIP. Foi realizado um estudo tipo caso-controle, analisando os partos de pacientes com cesárea prévia assistidos no CAM-IMIP no período de janeiro/1991 a dezembro/1994. Foram considerados casos as pacientes com cesárea anterior (n=156 e controles as que tiveram parto transvaginal (n=338. Os critérios de inclusão foram: idade gestacional > 36 semanas, cesárea anterior há pelo menos 1 ano, concepto vivo, trabalho de parto espontâneo e apresentação cefálica fletida. Foram excluídas as gestações de alto risco, os casos de sofrimento fetal anteparto e pacientes com história de parto transpélvico anterior depois da cesárea. A análise estatística foi realizada em Epi-Info 6.0 e Epi-Soft, utilizando-se os testes chi² de associação, teste exato de Fisher e "t" de Student, bem como a odds ratio e seu intervalo de confiança a 95%. Análise de regressão logística múltipla foi efetuada para controle das variáveis confundidoras. O percentual de cesáreas no grupo estudado foi de 31,6%. Os fatores maternos que apresentaram associação significativa com o parto transvaginal foram a idade materna 35 anos (OR = 0,54, IC a 95% = 0,36-0,82, a história de parto vaginal anterior (OR = 1,6, IC a 95% = 1,01-2,55 e a indicação da cesárea anterior por doenças da gestação (OR = 3,67, IC a 95% = 1,19-12,02. Fatores como intervalo entre a cesárea anterior e o parto atual, outras indicações de cesárea e o tipo de histerorrafia não apresentaram associação significativa com o parto transpélvico. No modelo de regressão logística múltipla, persistiram como variáveis associadas significativamente ao parto vaginal a idade materna e a história de parto vaginal anterior. Os autores concluíram que sendo a idade materna Objectives: to determine

  7. Fatores de risco para osteoporose em mulheres na pós-menopausa do sudeste brasileiro Risk factors for osteoporosis in postmenopausal women from southeast Brazilian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davi de Araújo Brito Buttros

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a densidade mineral óssea (DMO e os fatores de risco associados à osteoporose na pós-menopausa. MÉTODOS: Estudo clínico transversal com 431 mulheres (idade 40 - 75 anos. Foram incluídas mulheres com: amenorréia >12 meses e idade >45 anos ou, ooforectomia bilateral >40 anos, com DMO (escore T de coluna lombar/colo de fêmur pelo DEXA dos últimos 12 meses. Fatores de risco avaliados: idade, idade e tempo de menopausa, tabagismo, atividade física (30 min/5 vezes/ semana, artrite reumatoide (AR, uso de corticoterapia e de terapia hormonal (TH, fratura prévia, fratura materna de quadril e índice de massa corpórea (IMC=peso/altura². Foram empregodos teste do χ² e método de regressão logística no risco (Odds Ratio - OR para osteoporose. RESULTADOS: Pelos critérios da Organização Mundial da Saúde, 106 (24,6% mulheres apresentavam osteoporose (escore T -1,0DP. Foi detectada osteoporose em 12% das mulheres com idade entre 40 e 49anos, em 21,8% no grupo de 50 a 59 anos e 45,7% nas mulheres com idade >60anos (p10anos (pPURPOSE: To evaluate bone mineral density (BMD and their risk factors associated with postmenopausal osteoporosis. METHODS: A cross-sectional clinical study was performed on 431 women (aged 40 - 75 years. Inclusion criteria: amenorrhea >12 months and age >45 years or, bilateral oophorectomy >40 years with BMD values (T-score of lumbar spine/femur neck by DXA of the last 12 months. Risk factors evaluated: age, age and time of menopause, smoking, physical activity (30 min/5 times/week, rheumatoid arthritis (RA, use of corticotherapy and hormone therapy (HT, previous fracture, maternal hip fracture and body mass index (BMI=weight/height². The χ2 test and the logistic regression method (Odds Ratio - OR were used to determine osteoporosis risk. RESULTS: According to WHO criteria, 106 (24.6% women showed osteoporosis (T-score -1.0 DP. Osteoporosis was detected in 12% of women aged 40 - 49 years, in 21.8% of

  8. Fatores de risco comportamentais acumulados para doenças cardiovasculares no sul do Brasil Factores de riesgo conductuales acumulados en enfermedades cardiovasculares en el sur de Brasil Accumulated behavioral risk factors for cardiovascular diseases in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Correa Muniz

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência e identificar fatores associados ao acúmulo de comportamentos de risco para doenças cardiovasculares entre adultos. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 2.732 adultos de ambos os sexos de Pelotas, RS, em 2010. Os fatores de risco comportamentais investigados foram: tabagismo; inatividade física no lazer; consumo habitual de gordura aparente da carne; e consumo diário de embutidos, carne vermelha e leite integral. O desfecho do estudo foi o escore de aglomeração de fatores de risco comportamentais, variando de zero a três: nenhum fator de risco comportamental para doenças cardiovasculares ou exposição a 1, 2 ou > 3 fatores de risco comportamentais. Realizou-se regressão logística multinomial para avaliar o efeito ajustado das características individuais sobre o acúmulo de fatores de risco comportamentais, tendo como categoria de referência indivíduos sem qualquer dos fatores. RESULTADOS: A inatividade física foi o fator de risco mais prevalente (75,6%, seguido do consumo habitual de gordura aparente da carne (52,3%. Dois terços da população apresentaram dois ou mais fatores de risco comportamentais. A combinação de inatividade física e consumo habitual de gordura aparente da carne ocorreu em 17,5% da amostra; e inatividade física, consumo habitual de gordura aparente da carne e tabagismo, em 6,7%. Os odds ratios de acúmulo de dois ou mais fatores foram maiores entre homens e associaram-se inversamente com o indicador econômico nacional. CONCLUSÕES: O acúmulo de fatores de risco comportamentais para doenças cardiovasculares é elevado na população estudada. São necessárias intervenções públicas capazes de prevenir a ocorrência simultânea desses fatores.OBJETIVO: Estimar la prevalencia e identificar factores asociados con la acumulación de conductas de riesgo en enfermedades cardiovasculares entre adultos. MÉTODOS: Estudio transversal

  9. Fatores de Risco para Infecção Pós-histerectomia Total Abdominal Risk Factors for Infection after Total Abdominal Hysterectomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2000-08-01

    Full Text Available Objetivos: determinar os principais fatores associados à ocorrência de infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidas a histerectomia total abdominal (HTA no Instituto Materno ¾ Infantil de Pernambuco (IMIP. Métodos: realizou-se um estudo de corte transversal incluindo todas as pacientes submetidas a histerectomia total abdominal no IMIP no período de janeiro de 1995 a dezembro de 1998, desde que tivessem retornado no 7º e no 30º dia pós-operatório para controle de infecção (n = 414. A freqüência de infecção do sítio cirúrgico (definida pelos critérios do CDC, 1998 foi de 10% (42 casos. Calculou-se o risco de prevalência (RP de infecção do sítio cirúrgico e seu intervalo de confiança (IC a 95% para as seguintes variáveis: idade, obesidade, hipertensão, diabetes, doença maligna, tipo de incisão, tempo cirúrgico e antibioticoprofilaxia. Realizou-se análise de regressão logística múltipla para determinação do risco ajustado de infecção. Resultados: encontrou-se aumento significativo do risco de infecção do sítio cirúrgico para as seguintes variáveis: idade >60 anos (RP = 2,39; IC-95% = 1,15-4,94, obesidade (RP = 3,2; IC-95% = 1,83-5,59, duração da cirurgia >2 horas (RP = 2,36; IC-95% = 1,32-4,21 e associação com diabetes (RP = 6,0; IC-95% = 3,41-10,57. Por outro lado, o risco de infecção esteve significativamente diminuído quando utilizou-se antibiótico profilático (RP = 0,38; IC-95% = 0,21-0,68. Não se encontrou associação estatisticamente significativa de infecção com o tipo de incisão, a indicação da cirurgia por patologia maligna e a presença de hipertensão. Conclusões: os fatores associados a risco aumentado de infecção do sítio cirúrgico pós-HTA no IMIP foram: idade >60 anos, obesidade, diabetes e duração da cirurgia >2 horas. A antibioticoprofilaxia apresentou efeito protetor, com diminuição do risco de infecção.Purpose: to determine the main factors associated

  10. O desenvolvimento de marcadores para a avaliação da personalidade no modelo dos cinco grandes fatores The development of the big five markers for personality assessment in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claúdio S. Hutz

    1998-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi desenvolver marcadores para a avaliação da personalidade no Modelo dos Cinco Grandes Fatores para uso no Brasil, funcionalmente equivalente ao inventário de Goldberg (1992. Participaram deste estudo 976 estudantes de diversas universidades da região sul do Brasil, de ambos os sexos. Os sujeitos se auto-descreveram, respondendo a um instrumento previamente desenvolvido, que continha 96 termos (adjetivos obtidos através de um estudo piloto que examinou cerca de 180 descritores de traços frequentemente utilizados em português. Esses termos foram também considerados por juízes como descritores dos cinco fatores. Análises fatoriais, utilizando diferentes métodos de extração, mostraram que uma solução de 5 fatores é apropriada. Independentemente do método de análise, a estrutura fatorial dos itens se mantém estável. Os fatores extraídos correspondem aos descritos na literatura. O primeiro fator foi "Socialização" ("agreableness", seguido por "Extroversão", "Escrupulosidade" ("conscientiousness", "Neuroticismo" e "Abertura para Experiência". Os resultados mostraram ainda que os marcadores retidos formam escalas psicometricamente adequadas.The aim of the present paper was to develop markers for personality assessment within the framework of the Big Five Personality Factors Model in Brazilian Portuguese that are functionally equivalent to those developed by Goldberg (1992. The participants were 976 students of both sexes of several universities in southern Brazil. Subjects described themselves using 96 adjectives which were previously obtained in a pilot study that examined 180-trait descriptors frequently used in Portuguese. These descriptors were also considered by judges as descriptors of the Big Five Factors. Factor analysis, using different extraction methods showed that a 5-factor solution was adequate. Independently of the method of analysis, the items loaded in the same factors and the

  11. Fatores de risco para absenteísmo com licença médica em trabalhadores da indústria de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nágila Soares Xavier Oenning

    2014-02-01

    Full Text Available OBJETIVO : Identificar fatores de risco para o absenteísmo com licença médica em trabalhadores de empresa de petróleo. MÉTODOS : Estudo caso-controle (120 casos e 656 controles aninhado a um estudo de coorte retrospectivo com todos os trabalhadores de uma empresa de petróleo na Região Norte-Nordeste do Brasil entre 2007 e 2009. A variável resposta utilizada para representar o absenteísmo com licença médica foi a incidência média de faltas com licenças médicas no período, definida pela razão entre o total de dias de licenças médicas e os dias potencialmente trabalháveis no período. Análise de regressão logística foi utilizada para investigar a associação entre incidência média de faltas > 5,0% no período e as variáveis sexo, cargo, idade, tempo de atuação, regime de trabalho, tabagismo, hipertensão arterial, índice de massa corporal, atividade física, risco coronariano, sono, glicemia, diabetes não controlado, doença do aparelho cardiovascular, digestivo, aparelho locomotor, neurológica, neoplasia, posturas forçadas no trabalho, satisfação com o trabalho, relacionamento com a chefia e atenção concentrada no trabalho. RESULTADOS : A incidência média de faltas com licenças médicas > 5,0% no período da coorte foi 15,5%. O modelo logístico revelou que trabalhadores com incidência média de faltas > 5,0% tiveram 2,6 vezes mais chance de ser do sexo feminino; 2,0 vezes mais chance de ser fumante; 1,8 vez mais chance de ser ex-fumante, 2,2 vezes mais chance de relatar sono anormal e 10,5 vezes mais chance de estarem insatisfeitos com o trabalho do que trabalhadores com incidência média de faltas ≤ 5,0% no período. CONCLUSÕES : Sexo feminino, ser fumante ou ex-fumante, estar insatisfeito com o trabalho e relatar sono anormal são bons preditores de absenteísmo ao trabalho por doença.

  12. Soroprevalência e fatores de risco para sífilis em população carcerária de Goiás

    OpenAIRE

    Andrade,Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de; Martelli,Celina Maria Turchi; Sousa,Luiz Carlos Silva; Sousa,Marta Antunes de; Zicker,Fabio

    1989-01-01

    Com o objetivo de dimensionar a prevalência da infecção pelo Treponema pallidum e determinar fatores de risco relacionados a soropositividade foram rastreados 299 presidiários no Centro Penitenciário de Atividades Industriais de Goiás (CEPAI-GO), 20 Km de Goiânia. O rastreamento sorológico foi realizado utilizando-se como critério de positividade, qualquer resultado sororeagente ao VDRL independentemente do título. Através de um questionário padronizado foram avaliados os seguintes fatores de...

  13. Fatores de risco para óbito em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Risk factors for death in the Neonatal Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando C. Nascimento

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO:Estimar fatores de risco para óbito durante internação em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN por modelo logístico hierarquizado. MÉTODOS: Trata-se de estudo observacional, analítico e longitudinal com recém-nascidos internados na UTIN de um hospital universitário, no período de janeiro/2000 a dezembro/2003. A variável dependente foi óbito intra-hospitalar e as independentes foram variáveis antenatais, perinatais e pós-natais. Criou-se um modelo hierarquizado em três níveis. Realizada a análise bivariada, foram incluídas no modelo as que apresentavam pOBJECTIVE:To estimate the risk factors for mortality during hospitalization in a Neonatal Intensive Care Unit (NICU using a hierarchical logistic model. METHODS:This longitudinal, observational and analytical study enrolled newborns admitted to the NICU from January/2001 to December/2003. The outcome analyzed was in-hospital death and the independent variables were prenatal, perinatal and postnatal factors. A hierarchical model with three levels was built. The variables with p<0.20 by bivariated analysis were included in the model and, after adjustment at the same level, variables with p<0.05 were maintained in the logistic model. Statistic analysis was performed by SPSS.10, software that estimated the accuracy of the model, adopting significance as p<0.05. RESULTS: Among 367 newborns included, 69 (18.8% died during hospital stay. The following risk factors comprised the hierarchical model of logistic regression and were significantly associated with death among the studied neonates: previous stillbirth, being first or second child, Apgar at five minutes below 7, preterm newborn and use of mechanical ventilation. This model had 86.9% of accuracy. CONCLUSIONS: The model obtained in this study has variables of the three hierarchical levels and might be used in Neonatal Intensive Care Units that share the same characteristic of the unit herein studied.

  14. Factors associated with cesarean sections in a public hospital in Rio de Janeiro, Brazil Fatores associados à realização de cesáreas em uma maternidade pública do Município do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eleonora D'Orsi

    2006-10-01

    Full Text Available Brazil has one of the world's highest cesarean section rates. Contributing factors include the organization of obstetric practice, physicians' attitudes, and women's preferences and decisions. This study aimed to identify factors associated with cesarean sections in a public maternity hospital in Rio de Janeiro. A case-control study was conducted with 231 cesarean sections (cases and 230 vaginal deliveries (controls. Hierarchical logistic regression analysis was performed, based on a conceptual model. Factors associated with increased odds of cesarean section were: primiparity; mother's age 20-34; last birth by cesarean; cervical dilatation 41 weeks. Factors associated with lower odds of cesarean were: gestational age O Brasil apresenta uma das maiores proporções de cesáreas do mundo. Fatores contribuintes para este fenômeno incluem organização da prática obstétrica, atitudes dos obstetras, preferências e decisões das mulheres. Com o objetivo de identificar fatores associados à realização de cesáreas, foi realizado estudo de caso-controle em uma maternidade pública do Município do Rio de Janeiro. Incluíram-se 231 partos por cesárea (casos e 230 partos vaginais (controles. Utilizou-se análise multivariada com regressão logística, as variáveis foram incluídas no modelo obedecendo à ordem hierárquica definida em modelo conceitual. Fatores associados à maior chance de cesárea: primiparidade; idade 20-34 anos; último parto por cesárea; dilatação cervical 41 semanas. Fatores associados à menor chance de cesárea: prematuridade; sinais de trabalho de parto ao sair de casa; uso de ocitocina e amniotomia. Propostas de modificação nos fatores estudados podem contribuir para redução da proporção de cesáreas.

  15. Via, homem e veiculo: fatores de risco associados a gravidade dos acidentes de transito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Livia Freitas de Almeida

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar as características das vítimas, vias e veículos envolvidos em acidentes de trânsito e os fatores de risco de acidentes com ocorrência de óbito.  MÉTODOS Estudo de coorte não concorrente considerando os acidentes de trânsito em Fortaleza, CE, de janeiro de 2004 a dezembro de 2008. Foram utilizados dados do Sistema de Informação de Acidente de Trânsito de Fortaleza, do Sistema de Informações de Mortalidade, do Sistema de Informações Hospitalares e dos bancos de dados de Habilitação e Veículos do Departamento Estadual de Trânsito. Técnicas de relacionamento determinístico e probabilístico foram aplicadas para integrar as bases de dados. Efetuou-se a análise descritiva das variáveis relativas às pessoas, às vias, aos veículos e ao tempo. Foram utilizados os modelos lineares generalizados na investigação de fatores de risco para óbito por acidente de trânsito. O ajuste do modelo foi verificado pela razão de verossimilhança e análise ROC.  RESULTADOS Registraram-se 118.830 acidentes no período. Predominaram colisão/abalroamento (78,1%, atropelamentos (11,9% e choque com obstáculo fixo (3,9% e com motocicletas (18,1%. Ocorreram óbitos em 1,4% dos acidentes. Estiveram independentemente associados ao óbito por acidente de trânsito: bicicletas (OR = 21,2; IC95% 16,1;27,8, atropelamentos (OR = 5,9; IC95% 3,7;9,2, choque com obstáculo fixo (OR = 5,7; IC95% 3,1;10,5 e acidentes com motociclistas (OR = 3,5; IC95% 2,6;4,6. Os principais fatores contribuintes foram envolvimento de uma única pessoa (OR = 6,6; IC95% 4,1;10,73, presença de condutores não habilitados (OR = 4,1; IC95% 2,9;5,5 um único veículo envolvido (OR = 3,9; IC95% 2,3;6,4, sexo masculino (OR = 2,5; IC95% 1,9;3,3, tráfego em vias de jurisdição federal (OR = 2,4; IC95% 1,8;3,7, horário madrugada (OR = 2,4; IC95% 1,8;3,0 e dia de domingo (OR = 1,7; IC95% 1,3;2,2, todas ajustadas segundo modelo log-binomial.  CONCLUSÕES As a

  16. Medidas de localização da gordura corporal e fatores de risco para doenças cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino, Viçosa-MG

    OpenAIRE

    Pereira, Patrícia Feliciano

    2008-01-01

    O aumento da prevalência da obesidade em adolescentes é acompanhado pelo acúmulo de gordura na região abdominal, o qual está associado à presença de alterações de risco cardiovascular já nesta fase da vida. Assim, o estabelecimento de medidas simples para identificação precoce de indivíduos em risco é de interesse em saúde pública. Objetivou-se verificar a associação entre medidas de localização da gordura corporal com fatores de risco cardiovasculares, em adolescentes do sexo feminino. Foram...

  17. Avaliação de métodos para obtenção dos fatores "L" e "S" da EUPS numa microbacia, via geoprocessamento e banco de dados.

    OpenAIRE

    Marcelo Gonçalves Gameiro

    1997-01-01

    O presente trabalho está relacionado às áreas de sensoriamento remoto, geoprocessamento e banco de dados. Tem como área de estudo a microbacia do Ribeirão das Araras (Araras, SP). Para esta área foram obtidos os parâmetros da Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS) , dando ênfase ao fator topográfico que se subdivide em comprimento de encosta (L) e declividade (S), os quais foram calculados, cada um, por dois métodos diferentes, a saber: L1) método da direção preferencial de escorrimento s...

  18. Smoking and other pre-gestational risk factors for spontaneous preterm birth Tabagismo e outros fatores de risco pré-gestacional para nascimento espontâneo prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio Grillo

    2011-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to investigate pre-gestational risk factors for spontaneous preterm birth and, the role of smoking and its cumulative effects on prematurity. METHODS: a case-control study analyzed a data set of all births occurring in a tertiary maternity hospital between April 2002 and July 2004. Spontaneous preterm births of single and live newborns without malformations were selected as cases. Controls were all the term births of live and single newborns without malformations during the same period. Three outcomes were studied: all preterm births (OBJETIVOS: investigar fatores de risco pré-gestacional para nascimento espontâneo prematuro e o papel do tabagismo e seus efeitos cumulativos na prematuridade. MÉTODOS: um estudo transversal baseado em um banco de dados maternos e perinatais, analisou todos os nascimentos ocorridos, em um hospital terciário, no período de abril de 2002 a julho de 2004. Nascimentos prematuros, únicos e espontâneos, de nascidos vivos, sem malformações, foram selecionados como casos. Controles foram selecionados como nascidos vivos e a termo, únicos e sem malformações durante o mesmo período. Três desfechos foram estudados: todos nascimentos prematuros com menos de 37 semanas, aqueles com menos de 35 e 32 semanas de gestação. Regressão Logística foi utilizada na determinação do efeito independente de cada um dos fatores de risco. RESULTADOS: idade materna de menos de 20 anos, baixa escolaridade, baixo índice de massa corporal pré-gestacional e tabagismo se mostraram independente e significativamente associados com nascimento espontâneo e prematuro para os três desfechos. Para todos os fatores de risco, exceto tabagismo materno, as razões de chance aumentaram linearmente com o decréscimo da idade gestacional. O teste para tendência linear se mostrou significante para idade materna de menos de 20 anos e para baixo índice de massa corporal pré-gestacional. CONCLUSÕES: os efeitos cumulativos do

  19. Braquiterapia com Cobalto 60 para o tratamento do melanoma da úvea: análise dos fatores prognósticos para melhor resposta local Cobalt - 60 brachytherapy for uveal melanoma: analysis of prognostic factors for local response

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Motono Chojniak

    2002-03-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar fatores prognósticos para resposta tumoral local ao tratamento do melanoma uveal por braquiterapia com cobalto 60, segundo parâmetros clínicos e próprios deste método. Métodos: Avaliamos os índices de controle tumoral, complicações, doença metastática e sobrevida global em 69 portadores de melanoma uveal tratados por braquiterapia com cobalto 60 de novembro de 1988 a outubro de 1994, no Hospital do Câncer - A.C.Camargo de São Paulo. Confrontamos estes índices com diferentes características tumorais e da técnica de braquiterapia para determinação dos melhores fatores prognósticos. Resultados: Após o tratamento, 79,9% das lesões demonstraram diminuição da altura, 66,7% do diâmetro basal, e 37,2% da acuidade visual. Foram realizadas 16 (23,2% enucleações, em média 21,1meses após o tratamento, 10 (62,5% por falha no controle tumoral e 6 (37,5% devido a complicações. O índice de doença metastática foi de 11,6% e o de sobrevida para 5 anos de 89,1%. O índice de complicação foi 76,8% e o de conservação do globo ocular foi 76,8%. Fatores prognósticos para maior índice de conservação associado a menor índice de complicações foram: tratamento de lesões com até 5mm de altura e 10 mm de diâmetro basal; dose apical maior que 12.000 cGy; taxa de dose apical maior que 45 cGy/h; dose basal menor que 25.000 cGy; taxa de dose basal menor que 120 cGy/h e atividade da placa menor que 2 mCi. O tempo de seguimento médio foi de 44,3 meses (10,1-114,3 m. Conclusão: Tamanho tumoral, atividade da placa, dose e taxa de dose devem ser cuidadosamente estudados no planejamento braquiterápico, para otimização do método.Purpose: To determine prognostic factors for local control of uveal melanoma treated by brachytherapy with cobalt 60. Methods: We evaluated indexes of local tumor control, complications, metastatic disease and global survival in 69 uveal melanoma patients treated with brachytherapy with

  20. DOSE NÃO USUAL DE VARFARINA PARA ALCANÇAR RNI TERAPÊUTICA EM UMA CRIANÇA DE QUATRO MESES: FATORES DE RISCO NÃO GENÉTICOS AINDA SÃO UM DESAFIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Miyake Okumura

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descreve se uma criança do sexo feminino, com quatro meses de idade, que necessitou de varfarina 0.7 mg/kg/dia (5 mg. Discutem se os fatores de risco clinicamente relevantes para prescrição de altas doses do anticoagulante em crianças. Descrição do caso: Em novembro de 2015, uma criança de 5 kg (36 semanas, pré termo foi admitida no pronto atendimento por status epilepticus e febre. Diazepam, fenitoína e ceftriaxona foram prescritos inicialmente. A pesquisa no líquor revelou presença de sete leucócitos, 150 mg/dL de proteínas, 1 mg/dL de glucose e cocos Gram positivos. Em tomografia de crânio, foram observados sinais hipodensos em cerebelo, lobo temporal e núcleos de base à esquerda, sugerindo vasculite infecciosa por meningite pneumocócica. Após o quadro agudo da encefalite, a criança desenvolveu uma trombose e necessitou de anticoagulação com enoxaparina e, posteriormente, com varfarina. Dez dias de tratamento com o segundo fármaco foram necessários para atingir relação normalizada internacional (RNI terapêutica, tendo sido realizados cinco ajustes de dose desde a primeira prescrição de varfarina. Comentários: Os fatores de risco determinantes para necessidade de doses maiores de varfarina foram idade e uso de nutrição enteral. Fenobarbital e prednisona também podem ter contribuído para o uso de uma das maiores doses de varfarina já relatadas na literatura. A despeito da importância dos testes de polimorfismo genético, os pediatras devem estar atentos para identificar os fatores que contribuem para a prescrição de maiores doses de varfarina, de forma a minimizar os riscos de trombose, reduzindo os custos com internação e exames laboratoriais.

  1. Fatores críticos para a produção de agregado reciclado em usinas de reciclagem de RCC da região nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Virgínia Santana Melo

    Full Text Available As usinas de reciclagem de resíduos da construção civil (RCC no Brasil produzem agregado reciclado com alta variabilidade mineral e baixa empregabilidade. Suas atividades dependem da construção civil e das diretrizes para produção do agregado reciclado, com foco na substituição ao agregado natural. Este trabalho identifica fatores críticos para a produção de agregado reciclado em usinas de reciclagem de RCC por meio da avaliação das usinas da região Nordeste do Brasil, conforme a norma NBR 15114 (ABNT, 2004b. A pesquisa foi dividida em três etapas. Na primeira, foi estabelecida a fundamentação teórica do estudo. Na segunda fase, foram realizadas visitas às usinas para entrevistas, levantamento fotográfico e observação visual. Na última, os dados coletados foram analisados à luz das diretrizes brasileiras para produção de agregado reciclado. Como resultado, identificou-se que as usinas visitadas sofrem interferências negativas na produção decorrente da gestão dos resíduos da construção civil. Observou-se, ainda, que as usinas avaliadas apresentaram não conformidades em relação aos requisitos da NBR 15114. A contribuição principal deste trabalho é a identificação de fatores críticos e proposições para a produção do agregado reciclado com pureza mineral e maior empregabilidade.

  2. Fatores de risco para o câncer de esôfago: estudo caso-controle em área metropolitana da região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1995-06-01

    Full Text Available A associação do câncer de esôfago com os hábitos de fumar e beber, escolaridade e fatores nutricionais foi verificada em um estudo epidemiológico tipo caso-controle, conduzido no Município de São Paulo (Brasil. Oitenta e cinco casos foram comparados com 292 controles hospitalares, com diferentes diagnósticos, inclusive outros tipos de câncer. Estimativas brutas, por ponto e por intervalo, dos odds ratios, foram obtidas para as variáveis de estudo. Com base nos resultados da análise bruta, foram selecionadas oito variáveis para a utilização de análise logística multivariada. O modelo final sugere que tanto o hábito de beber [odds ratio = 3,68; intervalo com 95% de confiança (1,74 - 7,78], como o de fumar [odds ratio = 4,86; intervalo com.95% de confiança (1,95 - 12,13] e o consumo freqüente de pimenta [odds ratio = 2,48; intervalo com 95% de confiança (1,46 - 4,23] são fatores de risco importantes para a doença. Obteve-se odds ratio 3,43 (1,31 - 8,97 para o hábito de fumar cigarro comum e odds ratio 4,18 (1,38 - 12,66 para cigarro de palha.

  3. Fatores de risco para o câncer de esôfago: estudo caso-controle em área metropolitana da região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gimeno Suely Godoy Agostinho

    1995-01-01

    Full Text Available A associação do câncer de esôfago com os hábitos de fumar e beber, escolaridade e fatores nutricionais foi verificada em um estudo epidemiológico tipo caso-controle, conduzido no Município de São Paulo (Brasil. Oitenta e cinco casos foram comparados com 292 controles hospitalares, com diferentes diagnósticos, inclusive outros tipos de câncer. Estimativas brutas, por ponto e por intervalo, dos odds ratios, foram obtidas para as variáveis de estudo. Com base nos resultados da análise bruta, foram selecionadas oito variáveis para a utilização de análise logística multivariada. O modelo final sugere que tanto o hábito de beber [odds ratio = 3,68; intervalo com 95% de confiança (1,74 - 7,78], como o de fumar [odds ratio = 4,86; intervalo com.95% de confiança (1,95 - 12,13] e o consumo freqüente de pimenta [odds ratio = 2,48; intervalo com 95% de confiança (1,46 - 4,23] são fatores de risco importantes para a doença. Obteve-se odds ratio 3,43 (1,31 - 8,97 para o hábito de fumar cigarro comum e odds ratio 4,18 (1,38 - 12,66 para cigarro de palha.

  4. Prevalência de fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis em adultos residentes em capitais brasileiras, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as prevalências dos fatores de risco e proteção para doenças crônicas na população adulta residente nas capitais brasileiras em 2013, e verificar os fatores sociodemográficos associados. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com 52.929 entrevistas pelo inquérito telefônico Vigitel, e investigadas associações mediante regressão de Poisson. RESULTADOS: as prevalência foram: tabagismo de 11,3% (IC95%:10,6%;11,9%; para consumo abusivo de bebidas alcoólicas, 16,4% (IC95%:15,7%;17,0%; consumo recomendado de frutas e hortaliças, 23,6% (IC95%:22,9%;24,3%; inatividade física, 16,2% (IC95%:15,6%;16,9%; excesso de peso, 50,8% (IC95%:49,9%;51,6%; elevado consumo de sal referido, 16,0% (IC95%:15,3;16,6; substituição do almoço ou jantar por lanches, 15,5% (IC95%:15,8%;17,1%; e consumo regular de doces, 19,5% (IC95%:18,8%;20,2%; a presença dos fatores de risco foi associada ao sexo masculino, maior idade e menor escolaridade. CONCLUSÃO: o monitoramento apoia o planejamento de políticas públicas de promoção da saúde visando à redução da morbimortalidade por doenças crônicas.

  5. Elevada prevalência de fatores de risco para doenças crônicas entre universitários = High prevalence of risk factors for chronic diseases among university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crepaldi, Barbara Virginia Caixeta

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Este estudo avaliou a prevalência de fatores de risco compartilhados e modificáveis para doenças crônicas não transmissíveis entre estudantes de uma universidade pública brasileira. Materiais e Métodos: Participaram do estudo 379 alunos de diferentes áreas de conhecimento e períodos. Os dados foram coletados por meio de questionário autoaplicável, contendo questões sobre o âmbito acadêmico, dados socioeconômicos, estado nutricional e estilo de vida. Resultados: No total, 95,4% dos estudantes apresentaram pelo menos três fatores de risco, sendo os mais comuns o baixo consumo de frutas, hortaliças e leite, o consumo de carnes com excesso de gordura, a ingestão de bebidas alcoólicas, a ausência/carência de exercícios físicos e o gasto excessivo de tempo com eletrônicos. Observaram-se diferenças significativas de comportamento em relação a gênero, área de conhecimento e período. Conclusão: Os resultados evidenciam um perfil preocupante entre os universitários e demonstram a necessidade de implementação de programas educativos no âmbito acadêmico, a fim de reduzir a exposição dos alunos aos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis

  6. Risk factors for presbycusis in a socio-economic middle-class sample Estudo de fatores de risco para presbiacusia em indivíduos de classe sócio-econômica média

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Simônica de Sousa

    2009-08-01

    Full Text Available Presbycusis, or the aging ear, involves mainly the inner ear and the cochlear nerve, causing sensorineural hearing loss. Risk factors include systemic diseases and poor habits that cause inner ear damage and lead to presbycusis. Correct identification of these risk factors is relevant for prevention. AIM: To evaluate the prevalence and to identify the risk factors of presbycusis in a sample aged over 40 years. Study design: a retrospective case series. SUBJECTS AND METHODS: medical records of 625 patients were evaluated. Presbycusis was identified using pure tone audiometry, speech audiometry and impedance testing of all patients. RESULTS: The prevalence of presbycusis was 36.1%; the mean age was 50.5 years ranging from 40 to 86 years; 85.5% were male and 14.5% werf female. Age, the male gender, diabetes mellitus, and hereditary hearing loss were identified as risk factors. Cardiovascular diseases, smoking and consumption of alcohol were not confirmed as risk factors, although these have often been mentioned as risk factors for presbycusis. CONCLUSION: Notwithstanding the idea that presbycusis has multiple risk factors, this study identified few risk factors for this disease.A presbiacusia é consequência de lesões histopatológicas da orelha interna e nervo coclear e leva à deficiência auditiva sensório-neural. Fatores de risco como doenças sistêmicas e hábitos inadequados são agravantes para presbiacusia. A identificação destes fatores é relevante para sua prevenção. OBJETIVO: Avaliar a prevalência da presbiacusia e correlacionar eventuais fatores de risco numa amostra populacional. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo retrospectivo de série de casos com amostragem aleatória de 625 prontuários de indiv��duos sem e com presbiacusia determinada por avaliação audiológica convencional. Foi feita a análise da associação da presbiacusia com fatores de risco pré-estabelecidos. RESULTADOS: A prevalência da presbiacusia foi de 36

  7. Fatores de risco e profilaxia para tromboembolismo venoso em hospitais da cidade de Manaus Risk factors and prophylaxis for venous thromboembolism in hospitals in the city of Manaus, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson de Oliveira Andrade

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e classificar os fatores de risco para tromboembolismo venoso (TEV em pacientes internados, avaliando as condutas médicas adotadas para a profilaxia da doença. MÉTODOS: Estudo observacional, de corte transversal no período de janeiro a março de 2006, envolvendo uma população de pacientes internados em três hospitais na cidade de Manaus (AM. A estratificação do risco para TEV foi feita com base nos critérios da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e da International Union of Angiology. Foram avaliados variáveis sobre os fatores de risco clínicos, cirúrgicos e medicamentosos, assim como os métodos profiláticos para TEV. Os dados foram analisados estatisticamente, adotando-se um alfa de 5% e IC95%. Os dados qualitativos foram analisados pelo teste do qui-quadrado e os dados quantitativos pelo teste t de Student. RESULTADOS: Foram estudados 1.036 pacientes num total de 1.051 internações, sendo 515 (49,7% homens e 521 (50,3% mulheres. Um total de 23 de fatores de risco para TEV foram identificados (número total de eventos, 2.319. O risco estratificado para TEV foi de 50,6%, 18,6% e 30,8% das internações para risco alto, moderado e baixo, respectivamente. Em 73,3% das internações, não foram adotadas medidas profiláticas não-medicamentosas durante o período do estudo, e em 74% das internações que apresentavam risco moderado ou alto, não foram adotadas quaisquer medidas terapêuticas medicamentosas. CONCLUSÕES: Este estudo evidenciou que, na população estudada, os fatores de risco foram frequentes e que medidas profiláticas não foram utilizadas para pacientes com riscos potenciais de desenvolverem TEV e suas complicações.OBJECTIVE: To identify and classify risk factors for venous thromboembolism (VTE in hospitalized patients, as well as to evaluate medical practices regarding prophylaxis for the disease. METHODS: An observational cross-sectional study, carried out between

  8. Interação de fatores biofísicos e antrópicos com a diversidade florística na indicação de áreas para conservação do Bioma Caatinga

    OpenAIRE

    Costa, Thomaz Correa e Castro; Accioly, Luciano José de Oliveira; Oliveira, Luciana Mara Temponi; Oliveira, Maria Aparecida José de; Guimarães, Daniel Pereira

    2009-01-01

    p.19-37 A diversidade florística da caatinga foi relacionada com fatores biofísicos e antrópicos para indicação de áreas para conservação. Utilizou-se a análise multicritério para indicar regiões favoráveis à maior diversidade, por meio de fatores biofísicos, e regiões com menor pressão antrópica, a partir de variáveis sócio-econômicas extraídas do censo agropecuário. Os resultados foram comparados com inventários florísticos, fitossociológicos e de biomassa, no qual alguns fatores apresen...

  9. Parâmetros genéticos para produção de leite no dia do controle de vacas da raça Holandesa utilizando modelos de análises de fatores e componentes principais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana de Almeida Dornelles

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivou-se comparar um modelo multi-característica padrão com modelos de análise de fatores (AF e de componentes principais (CP para estimar parâmetros genéticos para a produção de leite no dia do controle (PLDC de vacas da raça Holandesa. O arquivo de trabalho constituiu-se de 4.616 registros mensais de PLDC de primeiras lactações de vacas da raça Holandesa. As PLDC foram agrupadas em dez classes mensais, entre o 5o e 305o dia da lactação (PLDC1 a PLDC10. Foram realizadas análises considerando 11 modelos diferentes, como segue: multi-característica padrão (MC; cinco modelos de posto reduzido, para a matriz de covariância genética, ajustando um a cinco (CP1 ... CP5 componentes principais; e dois modelos utilizando análise de fatores (F1, F2, F3, F4 e F5. Para todos os modelos, foram considerados como aleatórios os efeitos genético aditivo e o residual e como fixos os de grupo de contemporâneos, da idade da vaca ao parto (linear e quadrático e dias em lactação (linear. Os valores de Log L, AIC e BIC melhoraram com o aumento do número de parâmetros até CP4 e AF4. Comparando CP4 e AF4, observa-se que CP4 resultou em melhores valores de Log L, AIC e BIC. As estimativas de herdabilidade e correlações genéticas utilizando os modelos MC, CP4 e AF4 foram similares, variando de 0,06 (PL6 a 0,65 (PL10 e de 0,05 (PL4xPL10 a 0,94 (PL2xPL3, respectivamente, indicando que a estrutura de covariâncias genéticas entre as produções de leite no dia do controle pode ser ajustada utilizando um modelo de posto reduzido, contendo quatro componentes principais ou quatro fatores

  10. Fatores de risco para infecção pelo Helicobacter pylori em crianças Risk factors for Helicobacter pylori infection in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica M. C. Moraes

    2003-02-01

    Full Text Available Objetivo: conhecer a soroprevalência da infecção pelo Helicobacter pylori em crianças e identificar a presença de fatores de risco associados à sorologia positiva. Método: realizou-se um estudo transversal para o estabelecimento da soroprevalência e, posteriormente, um estudo comparativo entre as crianças com sorologias positivas e negativas. Estudadas 228 crianças, no Hospital Geral de Pediatria - Instituto Materno-Infantil de Pernambuco, entre maio e julho de 1999. Avaliou-se idade, sexo, variáveis ambientais, socioeconômicas, de saúde e nutricionais; história de moradores do mesmo domicílio, com queixas digestivas e história pregressa de doença péptica. Esses dados foram obtidos através de entrevista realizada com os pais ou responsáveis das crianças. O estado nutricional foi avaliado através dos índices antropométricos. Resultados: a soroprevalência para o Helicobacter pylori foi de 32% (IC 95% 26%-38%; 25,8% (IC 95% 17,8%-33,8% nos pré-escolares, e de 39,4% (IC 95% 30,4% -48,4% nos escolares. Nas crianças soropositivas, observou-se com maior freqüência ausência, no domicílio, de vaso sanitário, ou o mesmo não tinha descarga (p=0,008, maior aglomeração domiciliar (p=0,05, uma menor renda familiar (per capita (p=0,03 e maior número de mães que não sabiam ler nem escrever (p=0,0002. Não houve diferença estatística significante nos dois grupos em relação às variáveis indicadoras de condições de saúde, aos índices antropométricos e quanto ao contato com morador com queixas digestivas ou história pregressa de gastrite ou úlcera péptica. Conclusões: a soroprevalência da infecção pelo Helicobacter pylori foi alta na população estudada, sendo maior entre os escolares. Verificou-se associação entre a soropositividade e condições ambientais desfavoráveis.Objective: to establish the seroprevalence of Helicobacter pylori infection in children and to identify risk factors for seropositivity

  11. Análise da Depressão, dos Fatores de Risco para Sintomas Depressivos e do Uso de Antidepressivos entre Acadêmicos do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Ponta Grossa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cynthia Ajus Cybulski

    Full Text Available RESUMO Introdução A depressão entre estudantes de Medicina tem sido uma condição prevalente, porém as pesquisas têm sido metodologicamente insuficientes quanto à análise dos fatores de risco envolvidos e ao tratamento dessa população. Objetivos Determinar a prevalência de sintomas depressivos e de seus fatores de risco, assim como do uso de antidepressivos na amostra analisada. Método Para o screening de sintomas depressivos, foi aplicado o Inventário de Depressão de Beck (BDI, e para a adesão medicamentosa, o teste de Morisky-Green-Levine. O teste exato de Fisher unicaudado foi utilizado para variáveis qualitativas e, para as quantitativas, o teste one-way Anova com análise post-hoc pelo teste de Tukey-Kramer. As diferenças foram consideradas significativas quando p < 0,05. Resultados Mostraram-se estatisticamente significativas as associações entre sintomas depressivos e frequência de atividades de lazer, estresse, satisfação com o desempenho acadêmico e falta de apoio emocional. Não mostraram associação com sintomas depressivos as seguintes variáveis: sexo, viver sozinho, parceiro fixo, álcool, tabagismo, drogas ilícitas e série do curso . A satisfação com o desempenho acadêmico e o alto grau de estresse não apresentaram significância estatística ao serem relacionados com as séries do curso. Conclusão As prevalências de sintomas depressivos nos acadêmicos de Medicina da UEPG e da utilização de medicamentos antidepressivos vão ao encontro dos dados referentes a acadêmicos de Medicina de outras instituições brasileiras e internacionais. Apresentam-se como fatores de risco para os transtornos depressivos a frequência das atividades de lazer, o estresse, a satisfação com o desempenho acadêmico e a falta de apoio emocional no ambiente acadêmico. A prevalência de depressão a partir da quarta série tendeu a aumentar, e apenas a sexta série diferiu de modo estatisticamente significativo em rela

  12. Fatores de risco para doença diarréica no lactente: um estudo caso-controle Risk factors for diarrheal disease in infants: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisélia Alves Pontes da Silva

    2004-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os fatores de risco associados à presença de episódios diarréicos em lactentes menores de seis meses, residentes na Zona da Mata Meridional do Estado de Pernambuco, Brasil. O desenho do estudo foi do tipo caso-controle, aninhado numa coorte. Foi estudado um total de 397 crianças, sendo 239 casos e 158 controles (1,5:1. Foi calculado o odds ratio(OR, intervalo de confiança (IC de 95%, e realizada análise de regressão logística para identificar fatores preditores da variável a ser explicada. Na análise multivariada, a ausência de água canalizada (OR = 3,60; IC95% 1,49-8,74 e aleitamento materno por menos de 6 meses (OR = 2,06; IC95% 1,26-3,38 foram os fatores significantemente associados com a ocorrência de diarréia, após o ajuste pelas demais variáveis.This study aims to identify risk factors associated with episodes of diarrhea among infants under six months from the Southern Zona da Mata region in the State of Pernambuco, Brazil. This was a case-control study nested in a cohort. A total of 397 infants were studied, with 239 infants classified as cases and 158 as controls (1.5:1. Odds ratios (OR and 95% confidence intervals were calculated. Logistic regression analysis was conducted to identify predictive factors for the outcome, showing that lack of piped water in the house (OR = 3.60; 95% CI 1.49-8.74 and duration of breastfeeding less than six months (OR = 2.06; 95% CI 1.26-3.38 were the significant risk factors associated with occurrence of diarrhea, after adjusting for other variables.

  13. Soroprevalência e fatores de risco para sífilis em população carcerária de Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de Andrade

    1989-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de dimensionar a prevalência da infecção pelo Treponema pallidum e determinar fatores de risco relacionados a soropositividade foram rastreados 299 presidiários no Centro Penitenciário de Atividades Industriais de Goiás (CEPAI-GO, 20 Km de Goiânia. O rastreamento sorológico foi realizado utilizando-se como critério de positividade, qualquer resultado sororeagente ao VDRL independentemente do título. Através de um questionário padronizado foram avaliados os seguintes fatores de risco: tempo de encarceramento, sinais e sintomas relativos às principais doenças sexualmente transmissíveis (DST, história de sífilis ou outras DST e práticas sexuais (homo/bissexualismo e número de parceiros. Foram calculados o valor preditivo positivo (VPP e negativo (VPN da história pregressa de sífilis obtida na anamnese. Uma soroprevalência global de 18,4% foi obtida, não havendo diferença entre as faixas etárias. O VPP do antecedente de sífilis foi de 26% significando que 74% dos indivíduos que referiram sífilis no passado não tiveram confirmação pelo VDRL. Entre os fatores de risco testados, a bissexualidade foi o único que apresentou associação estatisticamente significante com soropositividade (risco relativo 5,8 - LC 95% 1,2-16,0 p= 0,03. Foram discutidas as dificuldades metodológicas que poderiam ter influenciado nos resultados.

  14. Desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis: inquérito telefônico em Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

    Full Text Available OBJETIVO: identificar e analisar desigualdades sociodemográficas em fatores de risco e proteção para a saúde. MÉTODOS: estudo transversal de base populacional realizado em Campinas-SP, com 2.015 adultos (≥18 anos entrevistados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - Vigitel - em 2008; estimaram-se prevalências e razões de prevalência de fatores de risco e proteção e respectivos intervalos de confiança de 95%, sobre amostra probabilística coberta por telefonia fixa. RESULTADOS: observaram-se desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção avaliados: fumantes e ex-fumantes corresponderam a 17,1% e 20,7%, respectivamente, aproximados 47,0% apresentaram excesso de peso e apenas 13,4% referiram prática de atividade física; em geral, os fatores de risco foram mais prevalentes entre homens e indivíduos menos escolarizados. CONCLUSÃO: os distintos comportamentos em saúde observados contribuem para a definição de prioridades, alocação de recursos e delineamento de programas de redução de desigualdades sociodemográficas na Saúde.

  15. Schistosomiasis mansoni in an area of low transmission: II. Risk factors for infection Esquistossomose mansônica em área de baixa transmissão: II. Fatores de risco para infecção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Marçal Júnior

    1993-08-01

    Full Text Available Risk factors for Schistosoma mansoni infection were identified using a 1:1 matched case-control design. The work was conducted in the municipality of Pedro de Toledo, São Paulo State, Brazil, an area where the snail host is Biomphalaria tenagophila. Information on water contact patterns, knowledge, attitudes and pratices (kap, socioeconomic and sanitary conditions were obtained by mean of questionnaires. The crude odds ratio estimates and the adjusted odds ratio estimates using the logistic regression model are presented. Most of the examined individuals admitted recent water contacts (90.6% of the cases. The most frequent reason for contact was swimming, playing and fishing and the preferential site of contact was the river. According to the logistic regression technique, the main risk factors for infection were: a water contact through swimming, playing and fishing; b fording; c bad hygiene. We concluded that recreational activities are the main reasons for schistosomiasis transmission in Pedro de Toledo and leisure alternatives should be offered to the local population.A partir de um estudo de caso-controle por pareamento (1:1 foram determinados os fatores de risco para infecção por Schistosoma mansoni. O trabalho foi desenvolvido no município de Pedro de Toledo, São Paulo, Brasil, área onde Biomphalaria tenagophila é o hospedeiro intermediário. Por meio de questionários foram obtidas informações sobre o padrão de contato com águas naturais; percepção da doença e condições sanitárias e socio-econômicas. Os fatores de risco foram estimados individualmente e através de modelo logístico. A maioria dos pesquisados admitiu contatos recentes com águas naturais (90,6% dos casos. O motivo mais freqüente para estes contatos foi nadar, brincar e pescar. O rio representou o principal local de contato com águas naturais. De acordo com a técnica de regressão logística, os principais fatores de risco foram: a contato com

  16. Physical and psychosocial risk factors for musculoskeletal disorders in Brazilian and Italian nurses Fatores de risco físico e psicossocial para distúrbios musculoesqueléticos em enfermeiras brasileiras e italianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Carugno

    2012-09-01

    Full Text Available As part of the international CUPID investigation, we compared physical and psychosocial risk factors for musculoskeletal disorders among nurses in Brazil and Italy. Using questionnaires, we collected information on musculoskeletal disorders and potential risk factors from 751 nurses employed in public hospitals. By fitting countryspecific multiple logistic regression models, we investigated the association of stressful physical activities and psychosocial characteristics with site-specific and multisite pain, and associated sickness absence. We found no clear relationship between low back pain and occupational lifting, but neck and shoulder pain were more common among nurses who reported prolonged work with the arms in an elevated position. After adjustment for potential confounding variables, pain in the low back, neck and shoulder, multisite pain, and sickness absence were all associated with somatizing tendency in both countries. Our findings support a role of somatizing tendency in predisposition to musculoskeletal disorders, acting as an important mediator of the individual response to triggering exposures, such as workload.Como parte da pesquisa internacional CUPID, comparamos os fatores de risco físico e psicossocial para distúrbios osteomusculares entre enfermeiras no Brasil e na Itália. Foram coletados dados com questionários sobre distúrbios osteomusculares e seus fatores de risco potenciais com 751 enfermeiros de hospitais públicos. Com modelos de regressão logística específicas para cada país, investigamos a associação entre atividades físicas estressantes e as características psicossociais, com dores em sítios específicos e múltiplos, assim como ausências motivadas por doença. Não encontramos clara relação entre dor lombar e levantamento de pesos, porém dores no pescoço e ombros foram as mais relatadas entre as enfermeiras que realizam trabalho prolongado, com braços elevados. As dores na lombar, pesco

  17. Fatores de virulência presentes em amostras de Escherichia coli uropatogênicas - UPEC para suínos Virulence factors of uropathogenic Escherichia coli - UPEC strains for pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benito Guimarães de Brito

    2004-04-01

    Full Text Available As infecções urinárias são freqüentes nos rebanhos suínos, sendo a principal causa de descarte e mortalidade de animais adultos. Apesar das características multifatoriais da doença o microrganismo freqüentemente isolado é a Escherichia coli. Vários fatores de virulência de Escherichia coli foram descritos em amostras uropatogênicas e permitem diferenciar cepas patogênicas de não patogênicas. Esta revisão tem por objetivo apresentar alguns tópicos relativos aos fatores de virulência presentes em amostras de E. coli uropatogênicas para suínos.Urinary tract infections occur frequently in pig herds urinary infection is the most significant cause of culling and mortality of adult animals. Despite the multifactorial nature of this condition, Escherichia coli is frequently isolated from diseased animals. Several virulence factors were described on uropathogenic strains and they can be used to distinguish isolates. The objective of the present review is to present some topics related to virulence factors present in swine uropathogenic E. coli strains.

  18. Risk-factors for antepartum fetal deaths in the city of São Paulo, Brazil Fatores de risco para mortes fetais anteparto no Município de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Furquim de Almeida

    2007-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess risk factors for antepartum fetal deaths. METHODS: A population-based case-control study was carried out in the city of São Paulo from August 2000 to January 2001. Subjects were selected from a birth cohort from a linked birth and death certificate database. Cases were 164 antepartum fetal deaths and controls were drawn from a random sample of 313 births surviving at least 28 days. Information was collected from birth and death certificates, hospital records and home interviews. A hierarchical conceptual framework guided the logistic regression analysis. RESULTS: Statistically significant factors associated with antepartum fetal death were: mother without or recent marital union; mother's education under four years; mothers with previous low birth weight infant; mothers with hypertension, diabetes, bleeding during pregnancy; no or inadequate prenatal care; congenital malformation and intrauterine growth restriction. The highest population attributable fractions were for inadequacy of prenatal care (40%, hypertension (27%, intrauterine growth restriction (30% and absence of a long-standing union (26%. CONCLUSIONS: Proximal biological risk factors are most important in antepartum fetal deaths. However, distal factors - mother's low education and marital status - are also significant. Improving access to and quality of prenatal care could have a large impact on fetal mortality.OBJETIVO: Analisar os fatores de risco para óbitos fetais anteparto. METODOS: Estudo de caso-controle de base populacional realizado no Município de São Paulo, SP, de agosto de 2000 a janeiro de 2001. Os indivíduos foram selecionados a partir de uma coorte de nascimentos, obtida por meio de vinculação de declarações de nascimento e óbito. Os casos foram 164 óbitos fetais anteparto e os controles, uma amostra aleatória de 313 de sobreviventes até 28 dias. Foram realizadas entrevistas domiciliares com as mães e aplicado protocolo hospitalar

  19. DERIVAÇÃO DE UMA EQUAÇÃO PARA O CÁLCULO DO TEOR DE UMIDADE DE SEMENTES DE TRIGO UTILIZANDO-SE O FATOR DE QUALIDADE Q

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Amorim Berbert

    1999-08-01

    Full Text Available RESUMO Objetivou-se, com este trabalho, obter um modelo para o cálculo do teor de umidade do trigo, independentemente de sua massa específica aparente, ρ, a partir da medição simultânea da permissividade elétrica relativa, ε', do produto, em duas freqüências, utilizando-se um medidor do fator de qualidade Q. Avaliaram-se as possíveis fontes de erro durante a medição, em função das diferenças entre os valores experimental e calculado da capacitância do sensor. Verificou-se, também, o efeito causado pela utilização de grânulos de poliestireno expandido para redução artificial do valor da massa específica aparente dos grãos de trigo. O modelo obtido permitiu estimar-se o teor de umidade do trigo, variedade Estica, no intervalo entre 12 e 18% b.u., com desvio-padrão e erro máximo de 0,8 e 1,1 pontos percentuais de umidade, respectivamente. Concluiu-se que a metodologia proposta não permite, para as condições estudadas, a obtenção de um modelo para a estimativa do teor de umidade do trigo e que seja independente de ρ.

  20. Programa de saúde da família: proposta para identificação de fatores de risco para o desenvolvimento neuropsicomotor Family health program: proposal for identification of risk factors for neuropsychomotor development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta C. A. Amorim

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Este estudo teve por objetivos investigar a ocorrência de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor em uma comunidade assistida pelo Programa de Saúde da Família (PSF e verificar a sua associação com possíveis fatores de risco biológicos, ambientais e socioeconômicos. MÉTODOS: A amostra constou de 31 crianças, com 5 anos de idade, que foram avaliadas por meio do exame neurológico evolutivo (ENE segundo roteiro proposto por Coelho (1999*. O local do estudo foi o PSF do bairro de Brasilit, na Cidade de Recife, PE, Brasil, e os dados foram coletados mediante questionário contendo informações sobre a criança, sua mãe ou responsável, a situação socioeconômica da família e o domicílio. Para análise estatística dos resultados, utilizou-se o Qui-quadradode associação de Fisher, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: A coordenação apendicular foi o parâmetro que apresentou a maior frequência de déficit (90%, e o equilíbrio estático foi o item menos comprometido (12,9%. A frequência de déficit no equilíbrio estático foi mais elevada nas crianças que não participaram de creche (p=0,0163 e naquelas que passavam menor tempo com a mãe (p=0,0278. O déficit na persistência motora esteve estatisticamente associado à idade de início na creche (p=0,0415 e ao tempo pai-filho (p=0,0436. CONCLUSÕES: O PSF, além de se constituir num espaço valioso para o desenvolvimento de trabalhos desta natureza, demonstrou ser local adequado para o acompanhamento do desenvolvimento infantil.OBJECTIVES: To investigate the occurrence of delayed neuropsychological and motor development in a community assisted through the Family Health Program and to evaluate its association with possible biological, environmental and socioeconomic risk factors. METHODS: The sample consisted of 31 five-year-old children who were evaluated using the Neurological Development Test, following guidelines proposed by Coelho (1999*. The study

  1. Hipogamaglobulinemia como fator de risco para infecção por Cryptococcus neoformans: a propósito de dois casos Hypogammaglobulinemia as predisposing factor for Cryptococcus neoformans infection: regarding two cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto da Justa Pires Neto

    2000-12-01

    Full Text Available Dois pacientes HIV-soronegativos com doença criptocócica refratária à terapia antifúngica convencional foram submetidos a estudo do sistema imune. Hipogamaglobulinemia foi evidenciada em ambos e associada à alteração funcional da imunidade mediada por células. Hipogamaglobulinemia é considerada como um possível fator predisponente para infecção criptocócica. A importância dos anticorpos no controle da infecção por Cryptococcus neoformans é discutida.Two HIV-seronegative patients with cryptococcal disease refractory to conventional antifungal therapy were submitted to an evaluation of the immune system. Hypogammaglobulinemia was found in both and associated with abnormal function of cell-mediated immunity. Hypogammaglobulinemia is considered as a possible predisposing factor for cryptococcal infection. The importance of the antibodies on the control of Cryptococcus neoformans infection is discussed.

  2. Prevalência e fatores de risco associados à depressão pós-parto em um serviço de referência na cidade de João Pessoa - Paraíba

    OpenAIRE

    Lígia Vieira Correia, Andreia

    2006-01-01

    Depressão pós-parto (DPP) é uma das complicações mais comuns do período puerperal, afetando aproximadamente 10-20% das mulheres. Este transtorno representa um problema de saúde pública considerável que traz conseqüências para as mães e seus familiares. A finalidade deste trabalho foi investigar a prevalência da depressão pós-parto e identificar, entre as puérperas de um serviço de referência na cidade de João Pessoa, fatores de risco relacionados ao surgimento deste transtorno....

  3. Avaliação dos fatores de risco para distúrbios de voz em professores e análise acústica vocal como instrumento de avaliação epidemiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Aparecida Pizolato

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar fatores de risco para disfonia em professores e associá-los compresença de alteração vocal. MÉTODO: 102 professores(81 mulheres e 21 homens selecionados aleatoriamente de 11 escolas do município de Piracicaba/SP, com média de idade de 42,48 anos. Um questionário sobre aspectos do ambiente e organização do trabalho, comportamento vocal, estilo de vida e sinais e sintomas de alterações vocais foi aplicado.Uma análise acústica da voz foi realizada e as variáveis avaliadas dependentes foram Frequência Fundamental e a Intensidade média vocal. Foram realizadas associações entre as variáveis do questionário com a frequência fundamental e a intensidade média e utilizaram-se os testes estatísticos: Qui-quadrado, Exato de Fisher e cálculo do OddsRatio e este é um estudo clínico prospectivo. RESULTADOS: os indivíduos do sexo masculino tiveram menos chance de apresentarem frequência fundamental da voz alterada do que o gênero feminino (p<0,0001. As professoras que lecionavam para o ensino fundamental II e médio tiveram menos chance de apresentar alteração da frequência fundamental da voz do que aquelas que lecionavam para o ensino fundamental (p=0,04. O ruído ambiente teve associação significante com a alteração da intensidade média da voz (p=0,02. CONCLUSÃO: fatores como o sexo feminino lecionar para o ensino primário e estar exposto ao ruído do ambiente de trabalho foram considerados indicadores de risco para distúrbios da voz em professores.

  4. Doença de Crohn: fatores de risco para recidiva no pós-operatório Crohn's disease: risk factors for surgical recurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idblan Carvalho de Albuquerque

    2008-03-01

    Full Text Available Apesar dos avanços na compreensão da doença de Crohn, os fatores determinantes da recidiva no pós-operatório permanecem especulativos. O objetivo deste estudo foi analisar retrospectivamente os fatores preditivos da recidiva na doença de Crohn no pós-operatório. Métodos: foram analisados 45 pacientes com diagnóstico de doença de Crohn, submetidos ao tratamento cirúrgico, avaliando recidiva da doença e fatores como idade, sexo, raça, tabagismo, localização, padrão anatomo-clínico, indicação cirúrgica, tipo de anastomose. Resultados: em 67,7% dos pacientes houve recidiva da doença sendo a causa mais freqüente a forma fistulizante; 64,6% foram operados três vezes ou mais (p=0,002. Doentes com quadro de perfuração apresentaram maior número de reoperações, três ou mais operações, em 63,6% (p=0,003. Conclusões: Quadro de perfuração e forma fistulizante da doença determinaram maior número de recidiva nos pacientes estudados.Despite the advances in the understanding of Crohn's disease, the determinants of surgical recurrence remain speculative. The aim of this study was to examine retrospectively the factors affecting post-operative recurrence of Crohn's disease. Methods: The following factors were investigated in 45 patients submitted to surgery for Crohn's disease: age, sex, race, smoking, anatomical site of involvement, type (inflammatory, fibrostenotic, or fistulizing, indication for surgery and anastomotic technique. Results: Recurrence occurred in 67,7% patients. Patients fistulizing Crohn's disease had undergone three or more surgical procedures, 64,6% (p=0, 002. Perforating indication for initial surgeryPatients with perforation presented the greatest number of reoperations, three or more surgical procedures in 63,6% (p=0,003. Conclusions: Perforationg and fistulizing type in Crohn's disease estabilished the major cause of recurrence in the patients studied.

  5. Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: um estudo em universitárias Risk factors in the development of eating disorders: study in a group of college women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck FIATES

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho buscou identificar, em mulheres universitárias, aquelas que apresentavam fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares. Aplicou-se o questionário Eating Attitudes Test em 221 mulheres (114 estudantes de nutrição e 107 estudantes de outras áreas não relacionadas à saúde. Os resultados indicaram que 22,17% das estudantes apresentaram fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbio alimentar, sendo que no grupo de alunas da nutrição o percentual foi maior (25,43% do que no grupo de estudantes de outros cursos (18,69%. Embora a diferença não tenha sido significativa, as futuras nutricionistas podem estar inseridas em um ambiente mais favorável ao desenvolvimento de distúrbios alimentares.This work studied a group of 221 college women, to identify those who presented risk factors compatible with the development of eating disorders. The Eating Attitudes Test was applied to 221 women (114 nutrition students and 107 students from other areas, unrelated to the health field. Results indicated that 22.17% of the group presented risk factors in the development of an eating disorder. Nutrition students presented a higher percentage (25.43% than the other students (18.69%, but this difference was not significant. However, women who study nutrition may be exposed to an environment more propitious to the development of eating disorders.

  6. Non classical risk factors for gestational diabetes mellitus: a systematic review of the literature Fatores de risco não clássicos para diabetes mellitus gestacional: uma revisão sistemática da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Souza de Oliveira Dode

    2009-01-01

    Full Text Available Age, obesity and family history of diabetes are well known risk factors for gestational diabetes mellitus. Others are more controversial. The objective of this review is to find evidence in the literature that justifies the inclusion of these other conditions among risk factors. The MEDLINE, Cochrane, LILACS and Pan American Health Organization databases were searched, covering articles dating from between 1992 and 2006. Keywords were used in combination (AND with gestational diabetes mellitus separately and with each one of the risk factors studied. The methodological quality of the studies included was assessed, resulting in the selection of 41 papers. Most studies investigating maternal history of low birth weight, low stature, and low level of physical activity have found positive associations with gestational diabetes mellitus. Low socioeconomic levels, smoking during pregnancy, high parity, belonging to minority groups, and excessive weight gain during pregnancy presented conflicting results. Publication bias cannot be ruled out. Standardization of techniques, cutoff points for screening and diagnosis, as well as studies involving larger sample sizes would allow future meta-analyses.Idade, obesidade e história familiar de diabetes são fatores de risco bem conhecidos para diabetes mellitus gestacional. Outros são controversos. O objetivo desta revisão é encontrar evidências na literatura que justifiquem a inclusão dessas condições entre os fatores de risco. Bases de dados MEDLINE, Cochrane, LILACS e Organização Pan-Americana da Saúde foram procuradas. A revisão incluiu artigos de 1992 a 2006. Palavras-chave foram usadas em combinação com diabetes mellitus gestacional separadamente e com cada um dos fatores de risco estudados. A qualidade metodológica dos estudos incluídos foi medida, totalizando 41 estudos. A maioria dos trabalhos que investigaram história materna de baixo peso, baixa estatura e baixa atividade f

  7. Fatores de risco para câncer da pele não melanoma em Taubaté, SP: um estudo caso-controle

    OpenAIRE

    Ferreira,Flávia Regina; Nascimento,Luiz Fernando Costa; Rotta,Osmar

    2011-01-01

    OBJETIVO: Identificar fatores associados ao câncer da pele não melanoma em Taubaté-SP. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base hospitalar com residentes em Taubaté atendidos entre 01/01/05 e 31/12/06. Os indivíduos foram combinados 1:1 conforme gênero e idade. Foram variáveis independentes: idade, gênero, fototipo, ascendência europeia, tempo de moradia, exposição solar, tempo (em anos), número de horas e horário de exposição solar ocupacional e não ocupacional, fotoproteção, histórico familiar...

  8. Fatores de risco para asma e rinite alérgica em população de escolares na cidade de Passo Fundo, RS

    OpenAIRE

    Arnaldo Carlos Porto Neto

    2012-01-01

    Introdução: nas últimas décadas, tem havido aumento na prevalência das doenças alérgicas, como também na sensibilização a aeroalérgenos ou alimentos, fenômenos caracterizados como “epidemia das doenças alérgicas”. Objetivo: determinar os fatores de risco associados a sintomas de asma (sibilância) e rinoconjuntivite, descrevendo a prevalência desses sintomas em crianças escolares do município de Passo Fundo, RS. Método: estudo transversal realizado em alunos de oito a doze anos de idade matric...

  9. Folato, B6 e B12 na adolescência: níveis séricos, prevalência de inadequação de ingestão e alimentos contribuintes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Steluti

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os níveis séricos e a prevalência de inadequação da ingestão dietética de folato e das vitaminas B6 e B12, identificando os alimentos contribuintes para a ingestão desses nutrientes. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal, em adolescentes de 16 a 19 anos, de ambos os sexos, conduzido em Indaiatuba (SP. Coletou-se o registro alimentar de 3 dias não consecutivos. A dieta habitual foi estimada pela remoção da variabilidade intrapessoal, e a prevalência de inadequação da ingestão, pelo método da estimated average requirement como ponto de corte. As análises bioquímicas de folato, B6 e B12 foram conduzidas de acordo com os métodos aceitos na literatura. RESULTADOS: O estudo foi conduzido com 99 adolescentes, a maioria do sexo feminino (58,6%, com média de idade de 17,6 (desvio padrão, DP 0,9 anos. As médias da concentração sérica de folato, B6 e B12 foram de 9,2 (DP 3,4 ng/mL, 18,7 (DP 5,1 nmol/L e 397,5 (DP 188,4 pg/mL, respectivamente; e a prevalência de inadequação da ingestão das vitaminas foi de 15,2, 10,2 e < 1%, respectivamente. Os alimentos que mais contribuíram para a ingestão dos nutrientes foram, para folato: pão francês, macarrão e feijões; para B6: arroz branco, carne de frango e carne bovina; e para B12: carne bovina magra, leite integral e carne bovina gorda. CONCLUSÕES: As prevalências de inadequação de folato, B6 e B12 mostraram-se baixas, possivelmente em decorrência da melhoria do acesso e da disponibilidade de alimentos, fontes dietéticas das vitaminas. Os feijões, presentes na dieta tradicional brasileira, ainda estão entre os principais alimentos que contribuíram para a ingestão de folato, mesmo após a fortificação mandatória com ácido fólico no Brasil.

  10. Soroprevalência e fatores de risco para Babesia bovis em rebanhos leiteiros na região sul de minas gerais Seroprevalence and risk factors for Babesia bovis in dairy cattle from region southern Minas Gerais state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Marcos Guimarães

    2011-08-01

    Full Text Available Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de determinar a prevalência e os fatores de risco associados à soropositividade para Babesia bovis em 556 bovinos leiteiros procedentes de dez propriedades localizadas no sul de Minas Gerais, as quais foram divididas em dois grupos de acordo com a produção média diária de leite: Alta Produção (AP >2.000 l de leite/dia, e Baixa Produção (BP 500 l de leite/dia. Os soros foram submetidos à reação de imunofluorescência indireta (RIFI para pesquisa de anticorpos anti-B. bovis e considerados positivos na diluição de 1:320. A análise estatística foi realizada no programa SPSS 12.0 for Windows e se buscou determinar a associação entre níveis de positividade para B. bovis nos rebanhos e os fatores de risco por meio do Teste Exato de Fischer. Para testar a diferença das médias de soropositividade, foi utilizado o teste T Student e em todos os cálculos considerou-se o grau de significância de 95%. A prevalência média global de bovinos infectados por B. bovis foi de 94,1% (523/556. Não houve diferença significativa na frequência média de anticorpos anti-B. bovis entre as propriedades leiteiras dos grupos de AP (95,97% e BP (92,22%; e o mesmo resultado foi observado entre os animais jovens e adultos de ambos os grupos. Não foi observada associação significativa entre os fatores de risco avaliados e a taxa de bovinos positivos para B. bovis. A alta prevalência de rebanhos leiteiros soropositivos permite caracterizar, epidemiologicamente, a microrregião de Lavras, sul de Minas Gerais, como área de elevada estabilidade endêmica para B. bovis.The objective of this study was to determine the prevalence and risk factors associated with Babesia bovis infection in 556 dairy cattle from ten properties located in southern Minas Gerais State, Brazil. The herds were divided into two groups according to average daily milk production (liters: I- High Production (HP, >2,000 L milk/day; and II

  11. Fatores de risco pré-operatórios para o desenvolvimento de Insuficiência Renal Aguda em cirurgia cardíaca Preoperative risk factors for the development of Acute Renal Failure in cardiac surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Kochi

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO:Avaliar os fatores de risco clínicos pré-cirurgicos para o desenvolvimento de Insuficiência Renal Aguda (IRA em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Foram estudados, de modo prospectivo, 150 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca, durante 21 meses consecutivos, havendo um leve predomínio de homens (57%, idade média de 56 ± 15 anos, sendo que 66% apresentavam insuficiência coronariana como principal diagnóstico e 34% valvulopatias. A mediana da creatinina sérica no período pré-operatório foi de 1,1 mg/dl. IRA foi definida como elevação de 30% da creatinina sérica basal. O protocolo de variáveis clínicas teve seu preenchimento iniciado 48 horas antes do procedimento cirúrgico e encerrado 48 horas após o mesmo, incluindo variáveis cardiológicas e não-cardiológicas, além de resultados laboratoriais. RESULTADOS: A IRA esteve presente em 34% dos casos. Após análise multivariada, presença de doença vascular periférica foi fator pré-operatório identificado. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos nesse estudo permitiram sinalizar alguns fatores contributivos para o desenvolvimento de IRA em cirurgia cardíaca, o que pode possibilitar condutas clínicas simples para evitar a disfunção renal nestas situações e, conseqüentemente, redução da taxa de mortalidade. No presente trabalho, o tamanho da amostra talvez tenha impedido a identificação de outros fatores de risco significativos.OBJECTIVE: To evaluate clinical risk factors for the development of Acute Renal Failure (ARF in patients who undergo cardiac surgery. METHOD: Over a period of 21 consecutive months, one hundred and fifty patients who underwent cardiac surgery were studied. There was a slight prevalence of men (57% and the average age was 56 ± 14.8 years. Sixty-six percent presented with coronary artery disease as the main diagnosis and 34% valvular heart disease. The median preoperative serum creatinine was 1.1 mg/dL. ARF was

  12. Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos Medication as a risk factor for falls resulting in severe fractures in the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro da Silva Freire Coutinho

    2002-10-01

    Full Text Available Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR, ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30 e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05, e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80. Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 Falls leading to fractures among the elderly are a major public problem. A case-control study was conducted on the use of certain drugs as a risk factor for hospitalization due to fractures after falls among individuals aged 60 years or over in the city of Rio de Janeiro, Brazil. One hundred sixty-nine cases and 315 in-patient controls were matched by age, sex, and hospital. Odds ratios (OR adjusted for potential confounders were calculated using conditional logistic regression. Increased risk of such accidents was found for calcium channel antagonists (OR = 1.96, 1.16-3.30 and benzodiazepines (OR = 2.09, 1.08-4.05, and decreased risk was associated with diuretics (OR = 0.40, 0.20-0.80. Antacids, digitalis, and laxatives were associated with reduced risk of fractures after falls that reached borderline statistical significance (0.05 < p < 0.10. The findings highlight the need to weigh risks and benefits of medication in the elderly. It is also important to advise

  13. Hiper-homocisteinemia como fator de risco para doença aterosclerótica coronariana em idosos Hyperhomocysteinemia as a risk factor for coronary atherosclerotic diseases in the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Felícia Gravina-Taddei

    2005-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar se a hiper-homocisteinemia é fator de risco independente para doença aterosclerótica coronariana em idosos. MÉTODOS: Estudo caso-controle com 172 idosos, 88 pertencentes ao grupo controle e 84 ao grupo caso, que apresentavam cineangiocoronariografia solicitada por indicações clínicas. Angiografia coronariana quantitativa foi realizada em 91% dos pacientes. Homocisteinemia foi avaliada sob forma contínua e categorizada, por análise univariada e multivariada. RESULTADOS: Quando analisada sob forma contínua, verificou-se que, na análise univariada, os idosos do grupo caso apresentaram média de níveis de homocisteinemia significativamente mais elevada que a dos idosos do grupo controle (14,33±4,59 µmol/l versus 11,99± 4,59 µmol/l , p=0,015. Na análise multivariada, a homocisteinemia sob forma contínua associou-se a razão de risco para doença arterial coronariana de 1,07 a cada aumento de 1 µmol/l de nível de homocisteína. Aumento de 5 µmol/l correspondeu a razão de risco de 1,40. Quando analisada sob forma categorizada, definiu-se como hiper-homocisteinemia os valores encontrados acima do percentil 75 do grupo controle (14 µmol/l . Hiper-homocisteinemia foi encontrada em 34% dos idosos, sendo 37,3% no grupo controle e 62,7% no grupo caso (p=0,009. Na análise multivariada, a hiperhomocisteinemia constituiu fator de risco independente para doença aterosclerótica coronariana em idosos, com razão de risco para doença arterial coronariana de 2,03, intervalo de confiança 95%, 1,02-4,03. CONCLUSÃO: Hiper-homocisteinemia foi fator de risco independente para doença arterial coronariana em idosos.OBJECTIVE: To investigate whether hyperhomocysteinemia is an independent risk factor for atherosclerotic disease in elderly individuals METHODS: A case-control study with 172 elderly individuals, 88 belonging to control group and 84 to case group, who showed coronary angiography requested for clinical

  14. Occupation and risk factors for type 2 diabetes: a study with health workers Ocupación y factores de riesgo para diabetes tipo 2: un estudio en trabajadores de enfermería Ocupação e fatores de risco para diabetes tipo 2: estudo com trabalhadores de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitória de Cássia Félix de Almeida

    2011-06-01

    Full Text Available We aimed to analyze the interrelationships between occupation and prevalence of risk factors for type 2 diabetes in workers at a hospital in Fortaleza-CE. Cross-sectional study with 299 subjects and form-based, covering socio-demographic concerns and risk factors for Type 2 Diabetes. Results showed that 40.5% of the sample were nursing workers, 63.9% were women, 68.6% were under 35 years of age, 49.5% had an education level equivalent to high school and 51.9% had no marriage or stable union. Comparison among the prevalence of risk factors in different occupations was significant (pSe tuvo por objetivo analizar las interrelaciones entre ocupación y prevalencia de factores de riesgo para Diabetes Tipo 2. Participaron 299 sujetos trabajadores de un hospital público de Fortaleza, estado de Ceará. Para la recolección de datos se utilizó un formulario, contemplando variables sociodemográficas y relativas a los factores de riesgo para Diabetes Tipo 2. Se verificó que 40,5% eran trabajadores de enfermería, 63,9% mujeres, 68,6% tenían menos de 35 años, 49,5% tenían escolaridad equivalente a la enseñanza media y el 51,9% no poseía vínculo matrimonial o de unión estable. La comparación de la prevalencia de los factores de riesgo en las diferentes ocupaciones fue significativa (pObjetivou-se analisar as inter-relações entre ocupação e prevalência de fatores de risco para diabetes tipo 2. Participaram 299 sujeitos, trabalhadores de um hospital público de Fortaleza, CE. Para a coleta de dados utilizou-se um formulário, contemplando variáveis sociodemográficas e relativas aos fatores de risco para diabetes tipo 2. Verificou-se que 40,5% eram trabalhadores de enfermagem, 63,9% mulheres, 68,6% tinham menos de 35 anos, 49,5% tinham escolaridade equivalente ao ensino médio e 51,9% não possuía vínculo matrimonial, ou união estável. A comparação da prevalência dos fatores de risco nas diferentes ocupações foi significante (p<0

  15. Associação de fatores de risco para doenças cardiovasculares em adolescentes e seus pais Risk factors for cardiovascular diseases in adolescents and their parents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo José Fernandes de Lima Mendes

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar a agregação familiar de fatores de risco para doenças cardiovasculares, observando freqüência de excesso de peso e obesidade, sedentarismo, tabagismo e hipertensão arterial. MÉTODOS: estudo transversal com 421 adolescentes, alunos da rede pública de ensino da cidade do Recife, e com seus pais. O protocolo de avaliação consistiu de um questionário estruturado, antropometria e aferição da pressão arterial. As associações das variáveis foram verificadas pelo teste do qui-quadrado. RESULTADOS: foram avaliados 421 adolescentes (173 do sexo masculikno e 248 do sexo feminino (média de idade 16,0 ± 0,7 anos. Demonstrou-se excesso de peso e obesidade em 7,8% dos adolescentes, 18,8% dos pais e 19,8% das mães. Sedentarismo foi detectado em 41,5% dos adolescentes, 61,0% dos pais e 61,7% das mães. Hábito de fumar foi observado em 7,8% dos adolescentes, 14,7% dos pais e 13,0% das mães. Hipertensão ocorreu em 11,4% dos adolescentes, 20,3% dos pais e 10,2% das mães. Fatores de risco nos pais ou nas mães estiveram associadas com maior freqüência desses mesmos fatores nos filhos, exceto hipertensão arterial. CONCLUSÕES: há correlação familiar entre obesidade, tabagismo e sedentarismo confirmando a influência da família nesses fatores de risco para as doenças cardiovasculares.OBJECTIVES: to determine family risk factors aggregation for cardiovascular diseases focusing on overweight and obesity, sedentary lifestyle, smoking and arterial hypertension in adolescent groups and their parents. METHODS: cross sectional epidemiological study of 421 adolescents, students of the public school system in the city of Recife and their parents. Sample calculation based in the lower expected prevalence of the variables studied. Assessment protocol consisted of a structured questionnaire, anthropometry and arterial pressure reading. Variables association analysis performed by the chi-square method. RESULTS: 421 adolescents

  16. Sepse neonatal como fator de risco para leucomalácia periventricular em pré-termos de muito baixo peso Periventricular leukomalacia in very low birth weight preterm neonates with high risk for neonatal sepsis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita C. Silveira

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação de leucomalácia periventricular (LPV e sepse neonatal em recém-nascidos de muito baixo peso (RNMBP. MÉTODOS: Foram incluídos RNMBP com suspeita clínica de infecção nascidos na instituição de 01/08/2005 a 31/07/2007. Foram excluídos óbitos antes dos 14 dias, malformações do sistema nervoso central e infecções congênitas. Foi realizado ultra-som cerebral no terceiro dia e semanalmente até a sexta semana de vida ou alta. LPV foi diagnosticada por hiperecogenicidade difusa periventricular persistente por mais de 7 dias, ou por cistos periventriculares. RNMBP foram divididos em grupos com e sem LPV. Sepse foi definida por manifestação clínica com cultura positiva. Os testes t, Mann-Whitney, qui-quadrado e regressão logística foram usados. RESULTADOS: Foram incluídos 88 RNMBP, sendo que 62 (70,5% sobreviveram e 51 (57,8% tiveram LPV. Os grupos foram semelhantes no peso de nascimento, idade gestacional, escore de Apgar, tipo de parto, SNAPPE-II, presenças de enterocolite necrosante, persistência de canal arterial e óbitos. Sepse e ventilação mecânica foram mais freqüentes no grupo com LPV (23,5 e 2,7%, p = 0,005; 86 e 59%, p = 0,004, respectivamente. Na regressão logística, ambos foram fatores de risco independentes para LPV (p = 0,027 e 0,015, respectivamente. CONCLUSÃO: Corioamnionite é fator de risco definido para LPV. Demonstramos que sepse neonatal também é fator de risco importante. Acreditamos que a resposta inflamatória sistêmica seja o principal fator envolvido na etiopatogenia da LPV em RNMBP.OBJECTIVE: To investigate the association between periventricular leukomalacia (PVL and neonatal sepsis in very low birth weight infants (VLBWI. METHODS: We studied VLBWI with a clinical suspicion of infection who had been born at our institution between the 1st of August, 2005 and the 31st of July, 2007. Children were excluded if they died before reaching 14 days, had malformations

  17. Fatores de risco para dependência de álcool em adolescentes Factores de riesgo en adolescentes con dependencia al alcohol Risk factors for alcohol dependence in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Rozin

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores de risco para dependência do álcool na adolescência. MÉTODOS: Revisão integrativa com 21 artigos publicados entre 2000 e 2009, capturados nas bases de dados LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS com as palavras-chave: adolescência, risco para dependência e álcool. RESULTADOS: Há evidências de que o álcool é a droga mais consumida por adolescentes, com início entre 14 a 16 anos. Os fatores de risco para dependência estão relacionados ao início precoce do uso, influência da mídia, relacionamento conturbado com os pais, uso por membro da família, abuso sexual, violência doméstica, baixa autoestima, curiosidade, pressão de colegas, entre outros. Apontam a vulnerabilidade genética para a dependência do álcool e controvérsias em relação ao gênero e classe social. CONCLUSÃO: Os serviços de saúde devem incorporar estratégias preventivas de identificação de riscos para a dependência, controle e acompanhamento específicos ao grupo de adolescentes dependentes.OBJETIVO: Identificar los factores de riesgo en adolescentes con dependencia al alcohol. MÉTODOS: Revisión integrativa realizada con 21 artículos publicados entre 2000 y 2009, identificados en las bases de datos LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS con las palabras-clave: adolescencia, riesgo a dependencia y alcohol. RESULTADOS: Hay evidencias de que el alcohol es la droga más consumida por adolescentes, con inicio entre 14 a 16 años. Los factores de riesgo para la dependencia están relacionados al inicio precoz del uso, influencia de los medios de comunicación, relacionamiento conturbado con los padres, uso por un miembro de la familia, abuso sexual, violencia doméstica, baja autoestima, curiosidad, presión de colegas, entre otros. Apuntan la vulnerabilidad genética para la dependencia al alcohol y controversias en relación al género y clase social. CONCLUSIÓN: Los servicios de salud deben incorporar estrategias

  18. Fatores de risco para linfedema após câncer de mama: uma revisão da literatura Risk factors of arm lymphedema after breast cancer: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anke Bergmann

    2008-01-01

    Full Text Available O linfedema representa uma das principais seqüelas do câncer de mama. Esta revisão da literatura visou discutir os principais fatores associados ao linfedema após o tratamento do câncer de mama. Foram selecionados 26 artigos publicados entre janeiro de 2000 e março de 2008 nas bases Medline e Lilacs, utilizando os descritores breast neoplasms, lymphedema, upper extremity, arm e risk factors. Sua revisão permitiu discutir os fatores relacionados ao linfedema, quanto a: clínica e paciente (tabagismo, escolaridade, etnia, comorbidades, hipertensão arterial, diabetes melito, menopausa, idade, peso corporal, índice de massa corporal, atividade física, membro dominante, restrição articular, infecção, seroma e trauma no membro superior; tratamento do câncer de mama (cirurgia, reconstrução mamária, número de linfonodos retirados, nível da linfadenectomia axilar, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e tempo transcorrido após o tratamento; tumor (tamanho, grau, localização, comprometimento dos linfonodos axilares e estadiamento. A revisão feita indica que a linfadenectomia axilar, a radioterapia em cadeias de drenagem e a obesidade são fatores preponderantes do risco para desenvolvimento do linfedema.Arm lymphedema is one of the most frequent sequelae of breast cancer treatment. The purpose of this literature review was to discuss main risk factors of lymphedema after breast cancer treatment. The search in Medline and Lilacs databases, by means of key words breast neoplasms, lymphedema, upper extremity, arm, and risk factors, allowed selecting 26 studies published between January, 2000, and March, 2008. This review discusses factors linked to: clinic and the patient (smoking, education level, race/ethnicity, comorbidity, hypertension, diabetes, menopause, age, weight, body mass index, physical activity, handedness, impaired range of motion, infection, seroma and arm injuries; breast cancer treatment (type of surgery

  19. Estudo das freqüências dos principais fatores de risco para acidente vascular cerebral isquêmico em idosos Study of the main risk factors frequencies for ischemic cerebrovascular disease in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Luciano Pires

    2004-09-01

    Full Text Available Foram estudados retrospectivamente 262 pacientes com diagnóstico clínico de acidente vascular cerebral isquêmico (AVCi permanente, com idade igual ou superior a 60 anos, selecionados dos 1015 registros da Liga de Aterosclerose da Clínica Neurológica da ISCMSP, de 1990 a 2002. O estudo focalizou as freqüências dos fatores de risco modificáveis para AVCi nesta população idosa, considerando-se sexo e faixa etária dos pacientes. Os resultados evidenciaram que a hipertenção arterial sistêmica é significativamente freqüente (87,8% entre pacientes idosos com AVCi, independentemente do sexo e da faixa etária. Tabagismo (46,9% e etilismo (35,1% revelaram-se fatores de riscos modificáveis freqüentes especialmente entre os homens. As cardiopatias (27,0%, o Diabete Melito (19,9% e as dislipidemias (15,6% também se revelaram fatores de risco modificáveis freqüentes em pacientes idosos com AVCi, em ambos os sexos e em ambas as faixas etárias estudadas (60 a 70 anos e mais que 71 anos. Foi relativamente baixa a freqüência de hiperuricemia nesta amostra.Two hundred and sixty two patients with clinical diagnosis of permanent ischemic stroke, all of them aged 60 or more were retrospectively studied from the 1015 cerebrovascular diseases (CVD records of the Atherosclerosis Ligue of the Neurology Clinics of the ISCMSP, from 1990 to 2002. The study emphasized modifiable risk factors frequencies for ischemic stroke in this population, considering gender and age of the patients. Results have evidenced that systemic arterial hypertension is a main risk factor significantly frequent in old people (87.8%, independently of gender and age. Smoking (46.9% and alcohol consumption (35.1% have revealed to be very frequent important modifiable risk factors especially among men. Lower frequencies have been presented for cardiac diseases (27.0%, Diabetes Melitus (19.9%, and dislipidemia (15.6% as risk factors for ischemic stroke in old people of both

  20. Revascularização do miocárdio no idoso: fatores de risco para morbidade e mortalidade hospitalar Myocardial revascularization: risck factors of nosocomial morbidity and mortality in elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos R Iglézias

    1991-12-01

    Full Text Available Com a finalidade de determinar os principais fatores de risco para a morbidade e mortalidade hospitalar de pacientes coronarianos idosos (idade > 65 anos, submetidos a revascularização isolada, eletiva do miocárdio, estudamos prospectivamente 72 pacientes consecutivos, que possuíam observações completas no InCór, no período compreendido entre janeiro e dezembro de 1988. No roteiro do protocolo foram incluídos fatores clínicos, radiológicos, hemodinâmicos, operatórios e de pós-operatórios (Tabela 1. Os resultados foram analisados utilizando-se o teste do Qui quadrado de Pearson e a Prova Exata de Fisher, através do SPSS (Statistical Package for Social Science. Dentre os fatores analisados, apresentaram significância estatística: o tabagismo, o número de vasos coronários acometidos, o tempo de duração da circulação extracorpórea, o tempo de pinçamento da aorta, o número total de enxertos realizados, a presença de anastomose mamária coronária e o índice de movimentação da parede ventricular esquerda.Seventy-two consecutive patients with complete observations were studied at the Heart Institute (InCór between January and December 1988, to determine the main risk factors of nosocomial morbidity and mortality of elderly coronary patients (>65 years submitted to elective isolated myocardial revascularization. Clinical, radiologic, hemodynamic, operative and post-operative factors were included in the protocol. The results were analysed through Pearson's X² test and Fisher's Exact Test using the SPSS (Statistical Package for Social Science. Among the analyzed factors, smoking habit, number of impaired coronary vessels, duration of extracorporeal circulation, time of aortic clamping, total number of performed grafts, presence of the coronary-mammary anastomisis and index of the left ventricular wall movement present statistical significance.

  1. Nursing students' work, a risk factor for the consumption of alcohol and other drugs El trabajo del estudiante de enfermería como un factor de riesgo para el consumo de alcohol y otras drogas O trabalho do acadêmico de enfermagem como fator de risco para o consumo de álcool e outras drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elias Barbosa de Oliveira

    2008-08-01

    Full Text Available This descriptive, qualitative study aims to describe risk factors, in the work environment, for the consumption of alcohol and other drugs, and also to confirm the importance of protective factors. Interview technique was used with 51 nursing students at the Rio de Janeiro State University, who work in the city's health services. RESULTS: students related work as a risk factor for the consumption of drugs such as alcohol, cigarettes and anxiolytics. We conclude that working with participative methodologies, valuing student's former experiences, family and group life, and individual characteristics are essential in the preventive approach. Attention to protective factors is recommended.Estudio cualitativo descriptivo que tuvo por objetivo describir los factores de riesgo dentro del ambiente laboral para el consumo de alcohol y otras drogas; así como confirmar la importancia de factores de protección. Se utilizó la técnica de entrevista con 51 estudiantes de enfermería de la Universidad del Estado de Río de Janeiro, que se encontraban en los servicios de salud de la ciudad. RESULTADOS: los alumnos consideraron al trabajo como un factor de riesgo para el consumo de alcohol, cigarro y ansiolíticos. Se concluyó que se debe trabajar en la prevención con métodos participativos y valorar las experiencias pasadas de los alumnos, la convivencia familiar y grupal y las características individuales. Fue recomendada especial atención a los factores de protección.Estudo qualitativo descritivo que objetivou descrever os fatores de risco no ambiente de trabalho para o consumo de álcool e outras drogas, e também ratificar a importância dos fatores protetores. Utilizou-se entrevista com roteiro em 51 acadêmicos de enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro que atuam nos serviços de saúde do município. RESULTADOS: os alunos referiram ao trabalho como fator de risco para o consumo de drogas como o álcool, cigarro e ansiol

  2. Turismo e Idosos: o patrimônio imaterial como fator de atração para o turismo cultural no espaço rural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Morais Garcia Lima

    2011-01-01

    Full Text Available A pesquisa tem por objetivo investigar e analisar as formas pelas quais propriedades rurais históricas paulistas se preocupam em proporcionar atividades voltadas para idosos, trabalhando o turismo cultural com uma preocupação voltada à educação patrimonial não-formal e sob um enfoque qualitativo. O método biográfico ou da História Oral é utilizado tanto para a coleta de informações sobre o patrimônio imaterial, como para levantar as demandas do público idoso. Ela é sempre acompanhada da realização de um diário de campo em associação com registros fotográficos das atividades educacionais e turísticas observadas em duas fazendas selecionadas. Para melhor avaliar programas para o público idoso é necessário uma efetiva conexão entre os elementos encontrados em cada fazenda participante, visando à articulação de ações efetivas para o turismo cultural no espaço rural e às diretrizes da Gerontologia.

  3. Fatores de risco para doença cerebrovascular e função cognitiva em idosos Risk factors for cerebrovascular disease and cognitive function in the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicole de Liz Maineri

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a concomitância de fatores de risco para acidente vascular cerebral e de disfunção na cognição de idosos acima de 60 anos. MÉTODOS: Idosos com diferentes graus de risco de acordo com a escala de Framinghan para acidente vascular cerebral (AVC tiveram comparadas suas habilidades cognitivas. O risco de evento isquêmico cerebral foi calculado pela escala de Framingham para AVC. Os instrumentos neuropsicológicos aplicados foram os testes de memória seletiva de Buschke, fluência verbal (animais, desenho do relógio, teste de aprendizado auditivo verbal de Rey, dígito span e vocabulário. O estudo foi feito com uma amostra randômica e representativa de todos os 200 idosos residentes na área de abrangência de uma unidade de atenção primária de saúde (posto Morada das Flores, Porto Alegre. Foi incluído no estudo um número representativo de 46 idosos. RESULTADOS: Os idosos com escore de risco obtiveram um desempenho inferior em testes de memória (SOL com p=0,02 e na capacidade de planejamento (Teste do relogio com p=0,03. A presença de diabetes manteve-se como fator associado ao desempenho da evocação tardia do teste de aprendizado auditivo verbal de Rey (p=0,04. CONCLUSÃO: A presença de fatores de risco para AVC esteve associada com pior performance cognitiva em funções de memória e em funções executivas em idosos.OBJECTIVE: To determine whether stroke risk factors and cognitive dysfunction are concomitant in individuals over the age of 60. METHODS: The cognitive abilities of elderly individuals with different degrees of risk as per the Framingham stroke risk profile were compared. The Framingham stroke risk profile was used to calculate the risk of an ischemic cerebral event. Neuropsychological tests included the Buschke Selective Reminding Test, verbal fluency (animals, clock drawing, Rey Auditory Verbal Learning, digit span and vocabulary. A random and typical population sample was used in the

  4. A prevalência cumulativa de fatores de risco para doença cardiovascular em adolescentes iranianos: IHHP-HHPC Cumulative prevalence of risk factors for atherosclerotic cardiovascular diseases in Iranian adolescents: IHHP-HHPC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roya Kelishadi

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência cumulativa dos fatores de risco para a doença cardiovascular aterosclerótica numa amostra de adolescentes iranianos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 1000 meninas e 1000 meninos, com idade entre 11 e 18 anos, selecionados através de uma amostragem aleatória multietapas à base de conglomerados das áreas urbana e rural de três cidades iranianas. RESULTADOS: As taxas de prevalência de inatividade física, dislipidemia, tabagismo, pressão arterial alta e obesidade (índice de massa corporal >P95 foram 66,6, 23,7, 8,7, 5,7 e 2,2%, respectivamente. Dentre os indivíduos estudados, 79,1% apresentaram pelo menos um e 24,6% tiveram dois fatores de risco para doença cardiovascular. A prevalência de inatividade física foi significativamente menor entre os meninos que entre as meninas [53,9 contra 79,3%, respectivamente, OR IC95%, 0,44 (0,39-0,51]. A prevalência de tabagismo foi maior nos meninos que nas meninas [13,1 contra 4,2%, respectivamente, OR IC95%, 3,4 (2,4-4,9]. CONCLUSÃO: Considerando a alta prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em adolescentes, deve-se garantir intervenções que sejam adequadas à idade e sensíveis a aspectos culturais para que medidas preventivas possam ser tomadas em tempo hábil.OBJECTIVE: To evaluate the cumulative prevalence of atherosclerotic cardiovascular disease risk factors in a representative sample of Iranian adolescents. METHODS: The subjects of this cross-sectional study were 1,000 girls and 1,000 boys, ages 11-18 years, selected by multi stage-random cluster sampling from urban and rural areas of three cities in Iran. RESULTS: The prevalence of physical inactivity, dyslipidemia, smoking, high blood pressure and obesity (body mass index >95th percentile were 66.6, 23.7, 8.7, 5.7 and 2.2%, respectively. Of subjects studied, 79.1% had at least one and 24.6% had two cardiovascular disease risk factors. The prevalence of physical

  5. Use of cereal bars with quinoa (Chenopodium quinoa W. to reduce risk factors related to cardiovascular diseases Consumo de barras de cereais com quinoa (Chenopodium quinoa W. para reduzir fatores de risco de doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Maria Vasques Farinazzi-Machado

    2012-06-01

    Full Text Available Quinoa is considered a pseudocereal with proteins of high biological value, carbohydrates of low glycemic index, phytosteroids, and omega-3 and 6 fatty acids that bring benefits to the human health. The purpose of this study was to investigate the effects of quinoa on the biochemical and anthropometric profile and blood pressure in humans, parameters for measuring risk of cardiovascular diseases. Twenty-two 18 to 45-year-old students were treated daily for 30 days with quinoa in the form of a cereal bar. Blood samples were collected before and after 30 days of treatment to determine glycemic and biochemical profile of the group. The results indicated that quinoa had beneficial effects on part of the population studied since the levels of total cholesterol, triglycerides, and LDL-c showed reduction. It can be concluded that the use of quinoa in diet can be considered beneficial in the prevention and treatment of risk factors related to cardiovascular diseases that are among the leading causes of death in today's globalized world. However, further studies are needed to prove the benefits observed.A quinoa é considerada um pseudocereal com proteínas de alto valor biológico, carboidratos de baixo índice glicêmico, fitosteróis e ácidos graxos ômega 3 e 6. O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos da quinoa no perfil bioquímico e antropométrico e pressão arterial em humanos, parâmetros dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Vinte e dois estudantes com 18 a 45 anos de idade foram tratados diariamente, por 30 dias, com quinoa sob a forma de barra de cereal. As amostras de sangue foram coletadas antes e após os 30 dias do tratamento para determinar o perfil glicêmico e bioquímico do grupo. Os resultados mostraram efeitos positivos do uso da quinoa já que se observou redução significativa nos valores de colesterol total, triglicerídeos e LDL-c. Conclui-se que o uso da quinoa na alimentação pode ser considerado

  6. Bronchopulmonary dysplasia as a predictor factor for motor alteration at 6 months corrected age in premature infants Displasia broncopulmonar como fator predisponente para alterações motoras aos 6 meses em prematuros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Silveira Martins

    2010-10-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The study aimed to assess bronchopulmonary dysplasia (BPD as a predisposing factor for alteration in the psychomotor development index (PDI in premature infants and verify the incidence of neuromotor alterations at 6 months corrected age. METHOD: This was a prospective cohort study that followed the neuromotor development of 152 very low birth weight premature infants, with psychomotor development index as the outcome. The study used the Bayley Scale of Infant Development at 6 months corrected age, and neurological examination. RESULTS: Incidence of BPD was 13.2% (n=20. Logistic regression analysis showed an association between BPD and altered psychomotor development index (OR 3.98; 95%CI: 1.04-15.1 after adjusting for confounding variables. Neurological examination was altered in 67.1% of the 152 infants. CONCLUSION: Bronchopulmonary dysplasia acted as an independent predisposing factor for alteration in the psychomotor development index in premature infants at 6 months corrected age.OBJETIVO: Avaliar a displasia broncopulmonar (DBP como fator predisponente para alteração no índice de desenvolvimento psicomotor em prematuros e verificar a incidência das alterações neuromotoras aos 6 meses de idade corrigida. MéTODO: Estudo de coorte prospectivo que acompanhou o desenvolvimento neuromotor de 152 prematuros de muito baixo peso, cujo desfecho foi o desenvolvimento psicomotor. Utilizou-se a Bayley Scale of Infant Development aos 6 meses de idade corrigida e exame neurológico. RESULTADOS: A incidência de DBP foi de 13,2% (n=20. A análise de regressão logística mostrou associação entre a DBP e alteração no índice de desenvolvimento psicomotor (RC 3,98 IC 95%:1,04-15,1 após ajuste para as variáveis de confundimento. O exame neurológico apresentou-se alterado em 67,1% das 152 crianças. CONCLUSão: A displasia broncopulmonar atuou como fator predisponente independente para alteração no índice de desenvolvimento

  7. Silicone líquido industrial para transformar o corpo: prevalência e fatores associados ao seu uso entre travestis e mulheres transexuais em São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Pestana Pinto

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar a prevalência do uso de silicone líquido industrial (SLI entre pessoas travestis e mulheres transexuais e identificar os fatores relacionados a esta prática. Trata-se de estudo transversal realizado em sete municípios do Estado de São Paulo, Brasil, com dados coletados entre 2014 e 2015, em uma amostra de 576 pessoas. Na análise dos fatores associados, utilizamos o modelo de Poisson com variância robusta para estimar as razões de prevalências bruta e ajustada. A prevalência do uso de SLI foi de 49%, a média de idade para a primeira colocação de SLI foi de 22 (± 5,3 anos e aproximadamente 43% informaram a ocorrência de problemas de saúde decorrente do uso. No modelo múltiplo ter escolaridade menor que o nível superior, estar em faixa etária a partir dos 20 anos, identificar-se como travesti e exercer a prostituição foram associados positivamente com a utilização de SLI. Houve uma elevada prevalência do uso de SLI e de problemas decorrentes desta prática, indicando um desafio acerca da prevenção do uso e da redução dos danos à saúde provocados pelo SLI. Dessa forma, torna-se fundamental assegurar o acesso aos recursos necessários para a realização das modificações corporais ao longo do percurso de transição por meio de uma atenção integral à saúde das pessoas travestis e transexuais no Sistema Único de Saúde. Finalmente, incluir nas políticas de saúde as demandas por modificações corporais como parte da construção da identidade de gênero, respeitando as necessidades singulares de cada pessoa neste processo de transição.

  8. Prevalence and risk factors for stroke in a population of Southern Brazil Prevalência e fatores de risco para AVC numa população do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leslie Copstein

    2013-05-01

    Full Text Available Stroke is the leading cause of death in many countries of Latin America. Population studies are necessary in this region. Objectives: To evaluate the prevalence of stroke and its risk factors in a population of vulnerable communities of southern Brazil. Methods: Population-based crosssectional study with systematic sampling. Individuals aged 20 and over were included (n=3,391. Individuals with previous diagnosis of stroke or identified by a validate stroke questionnaire were compared with those without stroke in many variables. Results: 285 individuals (8.4% had previous stroke. The group without stroke showed greater average of years of study than the group with stroke (p≪0.001. Multivariable analysis identified as risk factors for stroke (p≪0.05: age from 40 to 59, age from 60 to 79, widowhood, present smoking, previous smoking, hypertension and ischemic heart disease. Conclusion: The findings in this population indicate the need of preventive cost-effective public health policies in Brazil.O acidente vascular cerebral (AVC é a principal causa de morte em muitos países da América Latina. Objetivos: Avaliar prevalência e fatores de risco para AVC em população de comunidades vulneráveis no sul do Brasil. Métodos: Estudo transversal de base populacional com amostragem sistemática. Foram incluídos os indivíduos a partir de 20 anos de idade (n=3.391. Indivíduos com prévio diagnóstico de AVC ou identificados por questionário validado para AVC foram comparados àqueles sem AVC em diversas variáveis. Resultados: 285 indivíduos (8,4% referiram AVC prévio. O grupo sem AVC teve maior média de anos de estudo que o grupo com AVC (p≪0,001. Foram identificados como fatores de risco para AVC (p≪0,05: idade de 40 a 59 anos, idade de 60 a 79 anos, viuvez, tabagismo no presente, tabagismo no passado, hipertensão arterial sistêmica e doença isquêmica do coração. Conclusão: São necessárias no Brasil políticas de saúde p

  9. Fator de retardamento e coeficiente de dispersão-difusão para o crômio (III em solos muito intemperizados, influenciados pelo pH, textura e matéria orgânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. K. Alcântara

    2001-03-01

    Full Text Available O objetivo principal deste trabalho foi analisar a variação dos fatores de retardamento (R e dos coeficientes de dispersão-difusão (D para o crômio (III em dois solos muito intemperizados, considerando diferentes atributos edáficos: textura, pH e matéria orgânica. Utilizaram-se amostras dos horizontes A e B com diferença marcante no teor de matéria orgânica de dois solos coletados no estado de São Paulo: Latossolo Vermelho eutroférrico textura argilosa (LVe e Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico textura média (LVd. A alteração do pH das amostras do horizonte superficial foi realizada com adição de carbonato de cálcio para elevar a saturação por bases a 70%. Foram realizados experimentos de adsorção em condições estáticas e de lixiviação em colunas de solo, utilizando a teoria do deslocamento miscível. Os Rs obtidos para o LVe foram maiores em comparação aos obtidos para o LVd. O aumento do pH do solo propiciado pela adição de carbonato de cálcio resultou em aumento no R. No LVe, a presença significativa de ácidos fúlvicos na matéria orgânica propiciou um R menor no horizonte superficial em relação ao subsuperficial. Não foi evidenciada relação nítida entre D e os diferentes solos, níveis de calagem e horizontes.

  10. Fatores críticos para implementação de gerenciamento por projetos: o caso de uma organização de pesquisa Critical Factors for implementation of project management: a research organization case

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roque Rabechini Jr.

    2002-01-01

    Full Text Available O número de empresas que estão adotando a metodologia de gerenciamento de projetos tem crescido significativamente nos últimos anos. Contudo, poucas empresas brasileiras têm desenvolvido um modelo de gerenciamento de projetos. Para as empresas que buscam uma vantagem competitiva pela inovação, gerar competências em projeto passa a ser fundamental. E para atingir o sucesso em projetos é preciso balancear as expectativas dos interessados aos recursos disponíveis, utilizando conceitos, ferramentas e técnicas para obter a excelência no gerenciamento de projetos. Com o intuito de identificar os fatores críticos de sucesso para a implementação do gerenciamento de projetos numa organização, este artigo mostra o resultado de um estudo de caso realizado em uma instituição de pesquisa. A análise pautou-se em aspectos relacionados às competências em projetos, tanto na busca de eficiência e de eficácia, como nos aspectos de maturidade organizacional.The project management methodology has been increasingly applied in companies nowadays. Nevertheless, in Brazilian panorama it is also difficult to verify the adoption of formal project management program. Companies searching for competitive advantages through innovation must have competencies in project management. Meeting project efficiency involves balancing scope expectations and the available resources. Thus, project management addresses the full range of concepts, tools and techniques to improve project performance and organizational effectiveness and efficiency. The main purpose of this paper is to investigate projects competencies management practices. The adopted methodological approach was a case study in a Research Organization. The analysis was performed based on two major approaches: the first one is the project effectiveness and efficiency evaluation (tasks and results, and the second one is the organizational maturity.

  11. Fatores associados à capacidade para o trabalho e percepção de fadiga em trabalhadores de enfermagem da Amazônia ocidental Factors associated with work ability and perception of fatigue among nursing personnel from Amazonia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suleima Pedroza Vasconcelos

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores associados à capacidade inadequada para o trabalho e à percepção de fadiga entre os profissionais de enfermagem. MÉTODO: Estudo transversal desenvolvido com 272 trabalhadores em um hospital de urgência e emergência de Rio Branco/Acre. A coleta de dados ocorreu por meio dos seguintes instrumentos: questionário sobre dados sociodemográficos, condições de trabalho e estilo de vida; Índice de Capacidade para o Trabalho - ICT; e Questionário de Percepção de Fadiga. Para análise dos fatores associados à capacidade inadequada para o trabalho e à percepção de fadiga elevada foi utilizada a regressão de Poisson bivariada e múltipla. RESULTADOS: A prevalência de capacidade inadequada para o trabalho foi de 40,8%, tendo como fatores associados: sexo feminino (RP = 1,84; IC95% 1,06 - 3,18; referir outro vínculo empregatício (RP = 1,71; 1,25 - 2,35; número de funcionários insuficiente (RP = 1,96; 1,10 - 3,47; tarefas repetitivas e monótonas (RP = 1,84; 1,24 - 2,72; três ou mais morbidades sem diagnóstico médico (RP = 1,48; 1,06 - 2,06; fadiga elevada (RP = 2,37; 1,81 - 3,12. A prevalência de fadiga elevada foi de 25,7% e os fatores associados foram: tarefas repetitivas e monótonas (RP = 1,74; 1,00 - 3,03; referir de três a cinco morbidades com diagnóstico médico (RP = 1,98; 1,00 - 3,11 e seis ou mais morbidades (RP = 3,79; 2,04 - 7,03, segundo a auto-avaliação do profissional. CONCLUSÕES: O estudo evidencia que grande parte população estudada apresenta capacidade inadequada para o trabalho e níveis elevados de fadiga, apontando para a necessidade de intervenções no plano individual (condições de vida e no ambiente de trabalho, principalmente no que tange aos aspectos organizacionais.OBJECTIVE: To analyze factors associated with inadequate work ability and perceived fatigue among nursing professionals. METHODS: A cross-sectional study was conducted involving 272 nursing personnel at

  12. Risk factors for sudden infant death syndrome in a developing country Fatores de risco para síndrome da morte súbita do lactente em um país em desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Silveira Pinho

    2008-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze whether previously identified risk factors for sudden death syndrome have a significant impact in a developing country. METHODS: Retrospective longitudinal case-control study carried out in Porto Alegre, Southern Brazil. Cases (N=39 were infants born between 1996 and 2000 who died suddenly and unexpectedly at home during sleep and were diagnosed with sudden death syndrome. Controls (N=117 were infants matched by age and sex who died in hospitals due to other conditions. Data were collected from postmortem examination records and questionnaires answers. A conditional logistic model was used to identify factors associated with the outcome. RESULTS: Mean age at death of cases was 3.2 months. The frequencies of infants regarding gestational age, breastfeeding and regular medical visits were similar in both groups. Sleeping position for most cases and controls was the lateral one. Supine sleeping position was found for few infants in both groups. Maternal variables, age below 20 years (OR=2, 95% CI: 1.1; 5.1 and smoking of more than 10 cigarettes per day during pregnancy (OR=3, 95% CI: 1.3; 6.4, significantly increased the risk for the syndrome. Socioeconomic characteristics were similar in both groups and did not affect risk. CONCLUSIONS: Infant-maternal and socioeconomic profiles of cases in a developing country closely resembled the profile described in the literature, and risk factors were similar as well. However, individual characteristics were identified as risks in the population studied, such as smoking during pregnancy and maternal age below 20 years.OBJETIVO: Analisar se fatores de risco previamente identificados para a síndrome da morte súbita do lactente têm impacto significativo em um país em desenvolvimento. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, longitudinal, de caso-controle pareado realizado em Porto Alegre, RS. Os casos (N=39 foram lactentes nascidos entre 1996 e 2000 que morreram subitamente e inesperadamente em

  13. Identificação de tipos de papilomavirus e de outros fatores de risco para neoplasia intra-epitelial cervical Identification of papillomavirus types and other risk factors for cervical intraepithelial neoplasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Tenório da Silva

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os fatores de risco para neoplasia intra-epitelial cervical (NIC e os tipos de papilomavírus humano (HPV em mulheres com NIC, e comparar com os tipos de HPV entre as que apresentam colo normal. MÉTODOS: foram estudadas 228 pacientes, sendo 132 portadoras de NIC (casos e 96 mulheres com colo normal (controles. Nos dois grupos, formados por pacientes selecionadas entre aquelas que procuraram atendimento no mesmo hospital e residiam em área próxima ao local da pesquisa, a média etária foi semelhante (34,0±8,3 anos, com predomínio de casadas. Os possíveis fatores de risco para NIC foram investigados com aplicação de questionário, pesquisando: idade, estado civil, grau de escolaridade, idade do primeiro coito, número de gestações, número de parceiros sexuais, método contraceptivo utilizado, referência de doenças sexualmente transmissíveis (DST anteriores e tabagismo, comparados entre os grupos estudados. Foram coletadas amostras para colpocitologia oncótica e, a seguir, para pesquisa de HPV por reação em cadeia de polimerase (PCR, utilizando iniciadores (primers MY09 e MY11, procedendo-se então ao exame colposcópico e exame histopatológico. Para análise estatística de associação de NIC com fatores de risco, utilizaram-se odds ratio com intervalo de confiança e os testes chi2 e Fisher, ao nível de significância de 0,05. Empregou-se ainda o método de regressão logística testado com significância expressa pelo valor de p com grau de máxima verossimilhança. RESULTADOS: no modelo de regressão logística permaneceram as variáveis: infecção por HPV de alto risco oncogênico (OR=12,32; IC 95%: 3,79-40,08, referência à DST anterior (OR=8,23; IC 95%: 2,82-24,04, idade precoce do primeiro coito (OR=4,00; IC 95%: 1,70-9,39 e tabagismo (OR=3,94; IC 95%: 1,73-8,98. A PCR foi positiva em 48,5% e 14,6% nos grupos caso e controle, respectivamente. CONCLUSÕES: o fator de risco principal para NIC foi

  14. Prevalência e fatores associados à inatividade física nos deslocamentos para escola em adolescentes Prevalence of physical inactivity and associated factors among adolescents commuting to school

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Menêses Santos

    2010-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência e identificar fatores associados à inatividade física nos deslocamentos para escola em adolescentes. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal baseado na análise secundária de dados de uma amostra de 4.207 adolescentes (14-19 anos. Os dados foram coletados por meio de um questionário previamente validado (GSHS-OMS. Foram classificados como "inativos nos deslocamentos" aqueles que relataram que não se deslocavam ativamente para ir à escola e/ou aqueles que o fazem, mas despendem menos de 20 minutos no trajeto de ida e volta. Observou-se que 43% (IC95%: 41,5-44,5 dos adolescentes são fisicamente inativos nos deslocamentos. Verificou-se que o local de residência e a escolaridade materna foram estatisticamente associados ao desfecho (inatividade física nos deslocamentos para escola (p The aim of this study was to verify the prevalence of physical inactivity and associated factors among adolescents commuting to school. This was an epidemiological study based on secondary data from a sample of 4,207 adolescents (14-19 years. Data were collected through a previously validated questionnaire (GSHS-WHO. Adolescents were classified as "inactive in commuting" when they reported not commuting to school actively (e.g., walking or bicycling and/or spent less than 20 minutes getting to and from school. 43% (95%CI: 41.5-44.5 of adolescents were physically inactive in commuting. Place of residence and maternal schooling were statistically associated with outcome (inactivity in commuting to school (p < 0.01. Among male adolescents, physical inactivity in commuting was significantly associated with age (p = 0.02 and skin color (p = 0.04. Inactivity in commuting was relatively common when compared to other studies.

  15. VARIAÇÃO DA MEDIDA TORÁCICA OBTIDA COM A FITA MÉTRICA TRADICIONAL COM FATOR DE CORREÇÃO E COM A FITA DE PESAGEM PARA BOVINOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Almeida ABREU

    2015-12-01

    Full Text Available Introdução: A estimativa do peso de bovinos pode ser realizada através do uso da fita torácica de pesagem ou com a fita métrica comum, devendo tal valor ser multiplicado por 2,8.  O objetivo da pesquisa foi comparar os pesos obtidos com a fita métrica comum e o valor obtido através do uso da fita de pesagem desenvolvida especificamente para este fim em bovinos (fita torácica de pesagem. Material e métodos: A pesquisa foi realizada em São José do Calçado/ES em janeiro de 2015. No total foram estimados os pesos corporais de 20 fêmeas da raça Girolando com idade média de cinco meses com o uso da fita métrica comum e da fita torácica de pesagem para bovinos. Resultados: Os pesos corporais estimados através da fita métrica tradicional (X 2,8 variaram de 414,4 a 490 Kg com média equivalente a 454,4 ± 19,5 Kg. Com o uso da fita torácica de pesagem os pesos corporais apresentaram valores que variaram de 271 a 424 Kg com média igual a 346,7 ± 39,6 Kg. Os resultados apresentaram diferença significativa através da análise da variância com grau de confiança de 95%, propondo-se um novo fator de correção equivalente a 2,12.  Conclusão: o fator de correção 2,8 não corresponde ao índice ideal a ser utilizado em novilhas em se tratando do peso corporal estimado através do uso de fita métrica comum, sendo mais significativo em comparação à fita torácica de pesagem o índice equivalente a 2,12; tal índice apresenta melhor aplicação em animais mais jovens.

  16. Fatores de risco para nascimentos pré-termo em Londrina, Paraná, Brasil Risk factors for pre-term birth in Londrina, Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Rigo Silva

    2009-10-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar fatores de risco para nascimentos pré-termo por meio de estudo caso-controle populacional que envolve nascidos vivos hospitalares de mães residentes em Londrina, Paraná, Brasil. Os casos foram os 328 nascimentos pré-termo e os controles, uma amostra proporcional de 369 nascimentos com 37 semanas ou mais. Realizou-se análise de regressão logística múltipla hierarquizada. Verificou-se associação (p 30kg/m², com filho anterior pré-termo, com tratamento para engravidar; características maternas durante a gestação: com companheiro há no máximo dois anos, preocupações, bebida alcoólica semanal, pré-natal inadequado, prática de caminhada como proteção; agravos na gestação - sangramento, infecção do trato genital, volume alterado do líquido amniótico, hipertensão arterial e internação; gestação múltipla. A identificação de fatores de risco e a melhoria da qualidade da atenção pré-concepcional e pré-natal podem reduzir a prematuridade.The objective of this study was to identify risk factors associated with pre-term birth among live births in a hospital in Londrina, Paraná State, Brazil. Cases consisted of 328 pre-term births, and controls were 369 births with gestational age greater than 37 weeks. A multiple hierarchical logistic regression analysis was carried out. There was a significant correlation (p 30 kg/m2; history of prematurity; history of assisted reproduction; mothers in a relationship for less than two years; maternal stress; weekly maternal alcohol consumption; insufficient prenatal care; gestational complications such as bleeding, genital tract infection, altered amniotic fluid volume, high blood pressure, and hospital admission; and twin pregnancy. Regular walks during pregnancy were a protective factor. Improved quality of prenatal care and the identification of the above factors during pregnancy may help reduce premature birth.

  17. FACTORES DE RIESGO DE ETAS, EN UNA COMUNIDAD UNIVERSITARIA EN COLOMBIA FATORES DE RISCO PARA AQUISIÇÃO DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS, EM UMA UNIVERSIDADE EM COLOMBIA THE RISK FACTORS OF DTF, IN A COLOMBIA UNIVERSITY COMMUNITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LILIANA SERNA C.

    2012-06-01

    Full Text Available Los alimentos constituyen una necesidad inherente al ser humano, y estos deben ser consumidos inocuos, es decir, que no representen riesgo para la salud del consumidor. Como un mecanismo de protección de la salud de una comunidad universitaria, en este trabajo se identificaron y evaluaron los factores de riesgo para adquirir enfermedades trasmitidas por alimentos (ETA en 4 expendios de alimentos de una comunidad universitaria en Colombia. Se realizó un diagnóstico del cumplimiento de buenas prácticas de manufactura utilizando una metodología de fácil aplicación en cualquier país del mundo y se realizó análisis microbiológico de alimentos, equipos y superficies. Los principales factores de riesgo encontrados fueron la falta de programas documentados de limpieza y desinfección, la ausencia de programas de residuos sólidos, la deficiencia en los programas de control de plagas, el mal diseño de las edificaciones y la presencia de coliformes de origen fecal en jugos de fruta y en ensaladas frescas.Alimento é uma necessidade inerente à condição humana, e estes devem ser consumidos com segurança, ou seja, que não representem risco à saúde dos consumidores. Como um mecanismo para proteger a saúde de um comunidade universitária, neste trabalho foram identificados e avaliados fatores de risco para adquirir doenças transmitidas por alimentos (DTA em 4 estabelecimentos de comida em um colégio da comunidade na Colômbia. Um diagnóstico de conformidade com boas práticas de fabricação utilizando uma metodologia de fácil aplicação em qualquer país do mundo, e realizada análise microbiológica de alimentos, equipamentos e superfícies. Os principais fatores de risco encontrados foram a falta de programas documentados para limpeza e desinfecção, a ausência de programas de resíduos sólidos, a deficiência em programas de controle de pragas, a má concepção dos edifícios e à presença de coliformes fecais em sucos de

  18. IDENTIFICAÇÃO DOS FATORES DE RISCO PARA DEPRESSÃO PÓS-PARTO: IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Andrade Gomes

    2010-01-01

    Full Text Available La investigación tuvo como objetivo identificar los factores de riesgo que pueden contribuir para la Depresión Post-parto (DPP y también identificar los síntomas que pueden caracterizarla en el período del puerperio inmediato. Se trata de una investigación descriptiva con enfoque cuantitativo, realizada entre abril y mayo del 2008, con puérperas (n = 95 de una maternidad considerada de referencia de la ciudad de Fortaleza. Como instrumentos se utilizaron: un formulario con informaciones socioeconómicas y demográficas y la Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS, para evaluar la DPP. La prevalencia de depresión post-parto encontrada fue de 24,2% (EPDS = 13. Los hallazgos sugieren que las bajas condiciones socioeconómicas pueden contribuir para el desarrollo de la DPP y, a pesar de ser una enfermedad subdiagnosticada, las cifras encontradas muestran alto porcentaje de puérperas susceptibles a desarrollar síntomas de depresión después del parto.

  19. Incidência e fatores de risco para complicações infecciosas no primeiro ano após o transplante renal Incidence of infectious complications and their risk factors in the first year after renal transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sirlei Regina de Sousa

    2010-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Complicações infecciosas determinam significativas morbidade e mortalidade após o transplante renal. A imunossupressão utilizada representa o principal fator de risco e apresenta relação direta com a incidência e a severidade dos eventos infecciosos. MÉTODOS: Estudo de coorte, retrospectivo, que analisou a incidência e fatores de risco para ocorrência de infecções em 1.676 receptores de transplante renal durante o primeiro ano de acompanhamento. RESULTADOS: Eventos infecciosos foram observados em 821 (49% pacientes. O número médio de episódios infecciosos entre pacientes com pelo menos um episódio foi de 2,3 (1 - 12. As complicações infecciosas mais prevalentes foram infecção do trato urinário (31,3%, infecções por citomegalovírus (12%, infecção da incisão cirúrgica (10,3%, infecção por herpes vírus (9,1%, Infecção pulmonar (5,2% e infecção da corrente sanguínea (4,3%. O tempo de isquemia fria e a utilização de rins de doadores falecidos foram fatores de risco importantes para a ocorrência de episódios infecciosos. CONCLUSÕES: infecções apresentam prevalência elevada no primeiro ano de acompanhamento após o transplante. A principal complicação infecciosa foi a infecção do trato urinário.INTRODUCTION: Infectious complications significantly increase morbidity and mortality after renal transplantation. The immunosuppression used is the main risk factor and relates directly to the incidence and severity of infectious events. METHODS: This is a retrospective cohort study, which assessed the incidence of infections and their risk factors among 1,676 kidney transplant recipients during the first year of follow-up. RESULTS: Infectious events were observed in 821 (49% patients. The mean number of infectious episodes among patients with at least one episode was 2.3 (1 -12. The most prevalent infectious complications were as follows: urinary tract infection (31.3%; cytomegalovirus infection

  20. Fatores associados à tuberculose pulmonar em pacientes que procuraram serviços de saúde de referência para tuberculose Factors associated with pulmonary tuberculosis among patients seeking medical attention at referral clinics for tuberculosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cid Carlos Soares de Alcântara

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: A identificação de fatores comportamentais e clínicos associados à tuberculose pulmonar pode melhorar a detecção e o tratamento dessa doença, consequentemente reduzindo sua duração e transmissão. Nosso objetivo foi identificar fatores sociodemográficos, clínicos e comportamentais associados à tuberculose pulmonar. MÉTODOS: Estudo transversal realizado entre abril de 2008 e março de 2009 em três unidades de saúde na cidade de Fortaleza (CE. Foram selecionados 233 pacientes maiores de 14 anos que procuraram atendimento médico espontaneamente e que apresentavam tosse por > 2 semanas. Foram coletados dados sociodemográficos, clínicos e comportamentais. Foram realizadas baciloscopia direta para BAAR e cultura de micobactérias, bem como testes tuberculínicos e radiografias de tórax. Os pacientes foram divididos em dois grupos (com e sem tuberculose pulmonar. As variáveis categóricas foram comparadas com o teste do qui-quadrado, seguido de análise de regressão logística quando as variáveis foram consideradas significativas. RESULTADOS: A prevalência de tuberculose pulmonar foi 41,2%. As OR não ajustadas indicaram que as seguintes variáveis foram fatores de risco significativos para tuberculose pulmonar: febre (OR = 2,39; IC95%: 1,34-4,30, anorexia (OR = 3,69; IC95%: 2,03-6,75 e perda de peso (OR = 3,37; IC95%: 1,76-6,62. Na análise multivariada, apenas perda de peso (OR = 3,31; IC95%: 1,78-6,14 associou-se significativamente com tuberculose pulmonar. CONCLUSÕES: Em áreas com elevada prevalência de tuberculose, a perda de peso poderia ser utilizada como um indicador de tuberculose pulmonar em pacientes com tosse crônica por > 2 semanas.OBJECTIVE: The identification of behavioral and clinical factors that are associated with pulmonary tuberculosis might improve the detection and treatment of the disease, thereby reducing its duration and transmission. Our objective was to identify sociodemographic, clinical

  1. Risk factors for mediastinitis after coronary artery bypass grafting surgery Fatores de risco para mediastinite após cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michel Pompeu Barros de Oliveira Sá

    2011-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Mediastinitis is a serious complication of median sternotomy and is associated to significant morbidity and mortality. The aim of this study is to identify risk factors for mediastinitis in patients undergoing coronary artery bypass grafting (CABG, without the use of bilateral internal thoracic artery (ITA, at the Division of Cardiovascular Surgery of Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco - PROCAPE. METHODS: A retrospective study of 500 consecutive patients operated on between May 2007 and April 2010. Ten preoperative variables, seven intraoperative variables and seven postoperative variables possibly involved in the development of postoperative mediastinitis were evaluated. Univariate and multivariate logistic regression analyses were performed. RESULTS: The incidence of mediastinitis was 5.6% (n=28, with a lethality rate of 32.1% (n=9. In multivariate analysis using logistic regression, five variables remained as independent risk factors: obesity (OR 2.60, 95% CI 1.11 to 6.68, diabetes (OR 2.71, 95% CI 1.18 to 6.65, smoking (OR 2.10, 95% CI 1.12 to 4.67, use of pedicled internal thoracic artery (OR 5.17, 95% CI 1.45 to 18.42 and on-pump CABG (OR 2.26, 95% CI 1.14 to 5.85. CONCLUSION: This study identified the following independent risk factors for mediastinitis after CABG: obesity, diabetes, smoking, use of pedicled ITA and on-pump CABG.OBJETIVO: A mediastinite é uma complicação grave da esternotomia mediana, estando associada a significativa morbidade e mortalidade. O objetivo deste estudo é identificar fatores de risco para mediastinite em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (CRM, sem o uso bilateral da artéria torácica interna (ATI, na Divisão de Cirurgia Cardiovascular do Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco - PROCAPE. MÉTODOS: Estudo retrospectivo compreendendo 500 pacientes consecutivos operados entre maio de 2007 e abril de 2010. Avaliaram-se 10 variáveis pr

  2. Risk factors for maternal death in patients with severe preeclampsia and eclampsia Fatores de risco para morte materna em pacientes com pré-eclâmpsia grave/ eclâmpsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2001-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to determine the principal death causes in patients with severe preeclampsia/eclampsia and identify related risk factors. METHODS: a case-control study was performed comprising all cases of maternal death (n = 20 in patients with severe preeclampsia or eclampsia (n = 2.541. 80 controls (survivors were randomly selected. The odds ratio and an estimate of maternal death relative risk were determined, and a multiple logistic regression analysis performed to determine the adjusted odds ratio. RESULTS: the basic causes for death were: acute pulmonary edema, disseminated intravascular coagulopathy, hemorrhagic shock, pulmonary embolism, acute renal failure, sepsis and three cases of undetermined causes of death. The principal risk factors were: age > 25 years old, multiparity, gestational age 110mmHg, convulsions, chronic systemic arterial hypertension, HELLP syndrome, pulmonary edema, normally inserted abruptio placenta, disseminated intravascular coagulation, acute renal failure. Variables persistently related to maternal death were: HELLP syndrome, eclampsia, acute pulmonary edema, eclampsia, chronic hypertension and lack of prenatal care. CONCLUSIONS: the principal risk factors for death in women with preeclampsia/eclampsia are the lack of prenatal care, associated to chronic hypertension, HELLP syndrome, eclampsia and acute pulmonary edema.OBJETIVOS: determinar as principais causas de óbito em pacientes com pré-eclâmpsia grave/eclâmpsia e identificar os fatores de risco associados. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle, com todos os casos de morte materna (n = 20 em pacientes com pré-eclâmpsia grave ou eclâmpsia (n = 2.541. Selecionaram-se aleatoriamente 80 controles (sobreviventes. Determinou-se o odds ratio como estimativa do risco relativo de morte materna, realizando-se análise de regressão logística múltipla para determinação do odds ratio ajustado. RESULTADOS: as causas básicas de óbito foram: edema

  3. Hospitalização e fatores associados entre residentes de instituições de longa permanência para idosos Hospitalization and risk factors among elderly individuals living in nursing homes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovâni Firpo Del Duca

    2010-07-01

    Full Text Available O estudo avaliou a prevalência de internação hospitalar no período de um ano e os fatores associados com base em um censo entre residentes de instituições de longa permanência para idosos em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. A internação hospitalar foi avaliada com a pergunta: "Desde do ano passado, o(a Sr.(a baixou em algum hospital?". Dos 521 indivíduos elegíveis, coletou-se informação de 466 (89,4%. A prevalência de hospitalização no último ano foi de 23,9% (IC95%: 19,9-27,8 e associou-se com: incapacidade para atividades básicas vida diária, ocorrência de queda no último ano e o fato de ser ex-fumante. Indivíduos solteiros e separados tiveram proteção para internação hospitalar. Houve também associação inversa do desfecho com autopercepção de saúde. A alta prevalência de internação hospitalar encontrada em indivíduos residentes em instituições de longa permanência para idosos é um importante indicador para o planejamento dos serviços de saúde, de forma a bem atender as demandas de uma população em transição demográfica e epidemiológica.The aim of the present study was to evaluate the prevalence of hospital admissions over a one-year period and associated factors through a survey of elderly subjects living in nursing homes in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil. Hospital admissions were assessed using the question: "From last year to today, were you admitted to a hospital?" Out of 521 eligible individuals, information was collected for 466 (89.4%. Prevalence of hospital admissions in the previous 12 months was 23.9% (95%CI: 19.9-27.8. Admissions were directly associated with: inability to perform basic activities of daily living, falls, and history of smoking. Single and divorced individuals were less likely to be hospitalized. There was an inverse association between hospitalization and self-rated health. The high prevalence of hospitalization among elderly subjects living in nursing

  4. Fatores contingenciais que contribuem para a decisão de modificação do sistema de custeio: estudo de caso em uma indústria moageira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Zanievicz da Silva

    2014-06-01

    Full Text Available Na pesquisa aqui apresentada, objetivou-se investigar, por meio de um estudo de caso único, os fatores contingenciais que estavam presentes e que poderiam ter influenciado a decisão de modificar o sistema de custeio em uma empresa de moagem de trigo. O estudo do caso operacionalizou-se a partir de pesquisa documental e de entrevistas semiestruturadas. Para a interpretação dos dados, empregaram-se técnicas de análise de conteúdo com o uso do software Atlas TI. As evidências coletadas indicam que: as variáveis contingenciais ambiente, concorrência, mercado, tecnologia e sistema de controle gerencial influenciaram a decisão de modificação do sistema de custeio; a tecnologia parece ter afetado a empresa em razão do surgimento de novos insumos e processos que possibilitaram quebrar o paradigma de uma empresa fabricante de um único produto, o que resultou em melhoria de seu desempenho; e as modificações no ambiente de regulamentação do setor, no caso sua desregulamentação, interferiram no tipo de informação gerencial requerida e, consequentemente, no sistema de custeio.

  5. Risk factors for unpleasant paresthesiae induced by paresthesiae - producing deep brain stimulation Fatores de risco para parestesia dolorosa induzida por estimulação cerebral profuda em sítios produtores de parestesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osvaldo Vilela Filho

    1996-03-01

    . Revendo os primeiros 60 pacientes com DIN submetidos à ECP na Division of Neurosurgery, Toronto Hospital, University of Toronto, no período 1978/ 1991, observamos que 6 destes pacientes apresentaram parestesia dolorosa à estimulação de VC/LM/ CI, prevenindo a definitiva implantação do sistema em todos eles e totalizando 15% (6 dentre 40 das falhas em nossa série. Em uma tentativa de se melhorar a seleção de pacientes para a ECP e, com isto, seus resultados globais, revimos nossos casos, considerando uma série de parâmetros, de modo a determinar os fatores de risco para parestesia dolorosa. Os resultados mostraram que esta resposta à estimulação de VC/LM/CI é exclusiva de pacientes com dor central cerebral, secundária a lesão supratentorial, apresentando dor evocada como parte do quadro doloroso. Nem todos os pacientes com estas características, porém, apresentavam parestesia dolorosa. O estudo comparativo destes dois subgrupos (dor central cerebral + dor evocada + parestesia dolorosa e dor central cerebral + dor evocada + parestesia dolorosa permitiu definir que: 1. Parestesia dolorosa à estimulação da coluna dorsal da medula espinhal, lesão restrita ao tálamo à tomografia computorizada e dor intermitente como parte do quadro doloroso são fatores de risco maiores para parestesia dolorosa à estimulação de VC / LM / Cl; 2. Alodínia ao frio ou hiperpatia isoladamente e ausência de deficit sensitivo ao exame neurológico são fatores de risco menores; e 3. Idade, sexo, duração da dor, qualidade da dor constante, dimensões da lesão causal e sítio (VC, LM ou Cl ou tipo (macro ou microeletrodo da exploração cirúrgica não parecem ser fatores de risco relevantes. O autor sugere também os prováveis mecanismos fisiopatológicos envolvidos na gênese da parestesia dolorosa à estimulação de VC / LM / Cl.

  6. O branding como fator crítico para o desenvolvimento do turismo rural. O caso da Rota Colonial Baumschneis, Dois Irmãos - RS/Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lisiane Scherer

    2017-01-01

    Full Text Available El creciente desarrollo de las zonas rurales está relacionado con el proceso de transformación económica del campo producido durante los últimos años, aspecto que ha influido en la multifuncionalidad de los territorios. Diversos actores locales están invirtiendo en el turismo como una manera de añadir valor a las propiedades rurales y una de las formas en que esto ocurre es a través de la modalidad de rutas rurales. La creación de una marca para esas rutas constituye una herramienta para obtener un mejor posicionamiento respecto a la competencia, ayudando a crear una identificación entre la oferta y la demanda. Este trabajo tiene como objetivo analizar el desarrollo y la evolución de la Ruta Colonial Baumschneis, así como la utilización de los factores críticos para el desarrollo exitoso de una estrategia de branding. Es una investigación exploratoria, de tipo analítico, en la que se desarrolla un estudio de caso. Los resultados muestran que los avances en la consolidación de la marca son precarios, lo que se atribuye a la ausencia de los factores críticos que determinan el éxito en una estrategia de branding. Ninguno de esos factores fue referido por los stakeholders y tampoco hay consenso entre los participantes de la ruta acerca de la importancia en el uso adecuado de los conceptos relacionados con el branding.|

  7. Transferência do fator caturra para o cultivar Mundo Novo de Coffea arabica Transfer of the CT gene to Mundo Novo cultivar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Carvalho

    1972-01-01

    Full Text Available No presente trabalho são relatados os estudos realizados visando à introdução do gene Ct (caturra que contribui para reduzir a altura da planta, no cultivar Mundo" Novo de Coffea arabica.Estudaram-se, em ensaios de produtividade, as populações Fv F.,, F3 e F4. Nessas populações e principalmente entre os descendentes dos "caféeiros H 2077-2-5 e H 2077-2-12, foram selecionadas plantas homozigotas para os alelos Ct e também para os alelos responsáveis pela cor do fruto xc ou Xc. Essas combinações foram denominadas 'Catuaí Amarelo' e 'Catuaí Vermelho', respectivamente, e suas características são apresentadas. Os novos cultivares vêm-se mostrando de interesse econômico para as regiões cafeeiras não somente pelo porte pequeno, mas também pela produtividade, pelo vigor vegetativo e pela precocidade.The successful transfer of the Ct gene for short internode to the tall cultivar of Coffea arábica'Mundo Novo' is reported. Individual selections were carried out in the F1, F2, F3 and F4 generations. It was found that early selection in the F2 generation was quite effective. A remarkably good correlation was found between productitivity of F2 plants and the yield of the F3 and F4 generations. Plants of the F4 generation have shown reasonable uniformity and high yield in several trials. The new selections showed to be early producers. Two new cultivars were released namely 'Catuaí Amarelo' and 'Catuaí Vermelho'. The former has yellow fruits whereas the latter has red fruits. The plants are much shorter that the ones of Mundo Novo. The new cultivars have a very strong secondary and tertiary branching. Because of these characteristics Catuaí Amarelo and Catuaí Vermelho are being planted in large scale replacing the tall cultivars.

  8. PRÁTICAS DE SAÚDE DECORRENTES DOS FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE MAMA EM MULHERES TRABALHADORAS

    OpenAIRE

    ANDREA GOMES LINARD; RAIMUNDA MAGALHÃES DA SILVA; FRANCISCO ANTONIO DA CRUZ MENDONÇA

    2008-01-01

    Cáncer de mama se caracteriza como un problema de salud pública. En este estudio, se propuso verificar los factores de riesgo para el cáncer de mama en funcionarias de una universidad de Ceará y su relación con las prácticas de salud desarrolladas por estas mujeres. Pesquisa transversal, realizada en el período de enero a abril del 2006, con 200 funcionarias de una universidad particular de Fortaleza. Datos recogidos con cuestionario, organizados en el SPSS y agrupados de acuerdo con variable...

  9. IDENTIFICANDO FATORES DE RISCO E AS PRÁTICAS DE AUTOCUIDADO PARA DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA EM FAMILIARES DE MASTECTOMIZADAS

    OpenAIRE

    ISABELA MELO BONFIM; PAULO CÉSAR DE ALMEIDA; ILIANA MARIA DE ALMEIDA ARAÚJO; IZABEL CRISTINA FALCÃO JUVENAL BARBOSA; ANA FÁTIMA CARVALHO FERNÁNDES

    2009-01-01

    Investigación cuantitativa cuyo objetivo fue identificar los factores de riesgo y prácticas de auto cuidado para detección precoz de cáncer de mama en familiares de mastectomizadas. Se entrevistó a 100 familiares que acompañan a las pacientes con mastectomía por cáncer de mama, en tratamiento de quimioterapia en un hospital de referencia en cáncer de Ceará. Fueron encontrados factores de riesgo como: edad de la 1a. menstruación inferior o igual a doce años, nuliparidad, uso de anticonceptivo ...

  10. Transtornos mentais como fatores de risco para o desenvolvimento de abuso/dependência de cocaína: estudo caso-controle Mental disorders as risk factors for the development of cocaine abuse/dependence: case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia S Lopes

    1999-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o papel dos transtornos mentais e da dependência ao álcool como possíveis fatores de risco para o abuso/dependência de cocaína. MÉTODOS: Utilizou-se o desenho caso-controle e a técnica de bola-de-neve (snowball technique para selecionar uma amostra de usuários de cocaína não tratados na comunidade (casos e parear casos e controles por sexo, idade e amizade. A coleta de dados foi feita através da utilização do questionário CIDI (Composite International Diagnostic Interview que gera diagnósticos de acordo com os critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-III-R. A análise dos dados foi feita através de regressão logística condicional. RESULTADOS: O estudo incluiu 208 indivíduos. Os principais resultados mostraram que história passada de dependência ao álcool era o principal fator associado a um aumento no risco de desenvolvimento de abuso de cocaína (OR=15,1; IC 95% 3,8-60,2; nenhum outro transtorno mental isolado manteve-se significativamente associado ao aumento deste risco após a análise multivariada. Aumento no risco de abuso de cocaína também foi encontrado entre os indivíduos que relataram pensamentos suicidas (OR=3,1; IC 95% 0,91-10,8, sugerindo associação entre quadros mais graves de depressão e abuso de cocaína. CONCLUSÕES: Esses achados sugerem que os programas voltados para a prevenção e tratamento do abuso de cocaína devem estar preparados para o manejo de questões relacionadas à co-morbidade do abuso de drogas com o álcool e outros distúrbios psiquiátricos.OBJECTIVE: To evaluate the role of psychiatric disorders and alcohol dependence as possible risk factors for cocaine abuse/dependence. METHODS: The case-control study used the "snowball" technique in order to select untreated cocaine users (cases and to match sex, age and friendship. Information was gathered using the Composite International Diagnostic Interview (CIDI, and computer diagnosis were

  11. Fatores influentes sobre o processo ensino-aprendizagem na educação fisica para idosos = Influential factors on the process of teaching-learning in the physical education for senior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine Cristina Vagetti

    2006-01-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo identificar os fatores que influenciam o processo ensino-aprendizagem da prática de exercício físico entre idosos. Caracterizou-se como uma pesquisa descritiva, cujos resultados foram discutidos através de uma análise qualitativa. Aamostra foi composta por 120 idosos, com idade igual ou acima de 60 anos, sendo 18 indivíduos do gênero masculino e 102 do gênero feminino, praticantes de atividade física na cidade de Maringá, Estado do Paraná. Utilizou-se como instrumento para a coleta de dadosum questionário contendo perguntas abertas e fechadas. Para a interpretação dos dados, foi utilizado, análise de conteúdo do tipo temática. Os dados demonstraram que são vários os fatores que podem influenciar o ensino-aprendizagem da prática de exercício físico entre os idosos, sendo alguns deles: doenças e o relacionamento professor/aluno e alguns aspectos biopsicossociais do envelhecimento. Mediante esses resultados podemos, então, sugerir àqueles que atuam na área da Educação Física a formulação de uma metodologia queestimule o idoso em todas as esferas de seu comportamento humano (motora, cognitiva, afetiva, social e espiritual. Portanto, os professores de educação física devem apontar caminhos para essa metodologia, para que a mesma possa caminhar em direção a novosparadigmas.This article aims to identify the factors influencing the teaching-learning process of the practice of physical exercise among the elderly. The research can be characterized as a descriptive one, whose results were discussed through a qualitative analysis. The sample consisted of 120 elderly people, aged 60 or above, being 18men and 102 women, apprentices of physical activity in the city of Maringá, Parana State, Brazil. Data was collected by means of a questionnaire containing open and closed questions. Data was analyzed by an interpretation of the content of the thematic type. Results demonstrated several factors

  12. Exploração de fatores de risco para lesões desportivas em atletas de tênis de mesa Exploration of risk factors for sports injuries in athletes of table tennis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tamlyn Shimazaki

    2012-06-01

    Full Text Available A prática do tênis de mesa requer inúmeras ações dinâmicas que podem conduzir a lesões desportivas, por isso é de importância conhecer fatores inerentes ao traumatismo nos atletas para posterior formulação dos modelos preventivos. Objetivou-se explorar os fatores de risco para lesões desportivas em mesa-tenistas. Para isso, foram entrevistados 111 atletas participantes do Campeonato Paulista de Tênis de Mesa, com média de idade de 22,39±8,88 anos de ambos os gêneros, recrutados ao acaso, classificados em dois níveis competitivos: regional/estadual e nacional/internacional. Utilizou-se o Inquérito de Morbidade Referida adaptado com as características do tênis de mesa com a finalidade de reunir dados pessoais, de treinamento e da lesão desportiva. Foram observadas 0,51 lesões por atleta, e os atletas de nível nacional/internacional apresentaram maiores índices de lesão (52,94% do que os de nível estadual/regional (48,84%. No gesto específico, notou-se que os membros superiores (93,62% e o tronco (87,5% são os locais mais acometidos. Para ambos os níveis, o treinamento foi o momento mais relatado de ocorrência dos agravos. Conclui-se que atletas de nível nacional/internacional possuem maiores índices de lesão e que o gesto específico é a principal causa das lesões, acometendo principalmente os membros superiores e o tronco e ocorrendo com maior frequência durante o treinamento.The practice of table tennis requires numerous dynamic actions which could conduce to athletic injuries. Due to the shortage of studies on this modality, there is important to know inherent factors to athletic injuries for a preventive patterns subsequent formulation. The objective of this study was to explore the risk factors to athletic injuries in table tennis players. For that, there were evaluated 111 athletes who participated of Paulista Championship of Table Tennis, with mean age of 22.39±8.88 years, of both gender, recruited on a

  13. Fator de correção para indivíduos com capacidade acomodativa baseado no uso do refrator automático Correction factor for individuals with accommodative capacity based on automated refractor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Ueno Takahagi

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Pesquisar um fator de correção para avaliação do erro refrativo sem a utilização da cicloplegia. MÉTODOS: Foram estudados 623 pacientes (1.246 olhos, de ambos os sexos, com idade entre 3 e 40 anos. As refratometrias estática e dinâmica foram obtidas usando-se o refrator automático Shin-Nippon Accuref-K 9001. A cicloplegia foi obtida com a instilação de uma gota de colírio ciclopentolato a 1%, com refratometria estática 30 minutos após. Os dados foram submetidos à análise estatística usando a técnica do modelo de regressão linear e modelo de regressão múltipla do valor dióptrico com e sem cicloplegia, em função da idade. RESULTADOS: A correlação entre valores dióptricos sem e com cicloplegia quanto ao erro astigmático variou de 81,52% a 92,27%. Quanto ao valor dióptrico esférico, a correlação foi menor (53,57% a 87,78%. O mesmo se observou em relação ao eixo do astigmatismo (28,86% a 58,80%. O modelo de regressão múltipla em função da idade mostrou coeficiente de determinação múltiplo maior para a miopia (86,38% e astigmatismo (79,79%. O menor coeficiente foi observado para o eixo do astigmatismo (17,70%. CONCLUSÃO: Avaliando-se os erros refrativos com e sem cicloplegia, observou-se alta correlação nas ametropias cilíndricas. Foram desenvolvidas equações matemáticas como fator de correção para refratometrias dos pacientes sem cicloplegia, portadores de ametropias cilíndricas e esféricas.PURPOSE: To determine a correction factor for refractive errors evaluated without cycloplegy effect. METHODS: A study was made with 623 patients (1,246 eyes of both sexes, aging between 3 and 40 years old. The dynamic and static refractometries were obtained using the automated refractor Shin-Nippon Accuref-K 9001. 1% Cyclopentolate was dropped and the static refractometry was performed in 30 minutes. Data were analyzed using the linear regression model and the multiple regression model of the diopter

  14. Fatores de risco para violência contra a mulher no contexto doméstico e coletivo Risk factors for violence against women in the domestic and collective contexts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Jane Eyre de Souza Vieira

    2008-09-01

    Full Text Available Este trabalho descreve os fatores de risco para violência doméstica e coletiva contra a mulher, a compreensão dessas mulheres sobre a violência doméstica e coletiva e a aplicação do Modelo Calgary de Avaliação em Famílias (MCAF, em moradores de uma comunidade, em Fortaleza, Ceará. Foi um estudo de caso com 20 famílias, e, entre estas, foram escolhidas quatro que apresentaram maior potencial para violência contra a mulher, em 2005. Os resultados mostraram que as mulheres conhecem alguns fatores de risco para violência, porém aparentam não saber agir no sentido de evitá-la; as condições desfavoráveis de habitação e entorno familiar são percebidos como risco. A violência é percebida, principalmente pela mulher, como "algo comum" no cotidiano do casal. O álcool, o uso da droga ilícita, o desemprego e a baixa escolaridade também agravam a ocorrência da violência entre as famílias participantes. Conclui-se que as mulheres enfrentam, em seu cotidiano, diferentes modos de violência. Elas vivem em um sistema de isolamento social e político que pode contribuir para a reprodução de mecanismos mais complexos de violência, impedindo-as de manifestarem-se de forma mais autônoma.This article describes risk factors for domestic and collective violence against women, these women's understanding of domestic and collective violence and the administration of the Calgary Family Assessment Model (CFAM to community residents in the city of Fortaleza, state of Ceará. It was a case study conducted in 2005 with 20 families. Four families were selected because they showed high potential for violence against women. The results showed that the women know about some risk factors for violence; however, they apparently do not know how to act with the objective of avoiding it. Unfavorable housing and family conditions are perceived as risk factors. Violence is perceived by the woman as something common in the daily life of the couple

  15. CONHECIMENTO: UM FATOR DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson dos Santos Morais

    2017-09-01

    Full Text Available Cada vez mais, criar conhecimento útil para atuar em uma posição de vantagem competitiva, orientado para o desenvolvimento organizacional e valorizando o capital humano tem-se demonstrato uma estratégia eficaz. O presente artigo busca apresentar a importância do conhecimento para o desenvolvimento das organizações em âmbito geral com destaque para as comunidades de prática. Esse conhecimento é derivado das interações desenvolvidas em processos de aprendizagem que ocorrem no ambiente organizacional. Para este, realizou-se um estudo teórico, descritivo, que tem como procedimento a pesquisa bibliográfica. Deste modo, apresenta como resultado deste trabalho a evidência de que existem poucos resultados divulgados sobre retorno financeiro e os benefícios dos investimentos realizados no capital intelectual humano pelas organizações. Porém, o conhecimento agrega valor à organização aumentando o valor do capital intelectual e as literaturas sobre o conhecimento e desenvolvimento organizacional consideram o capital intelectual o fator chave para a melhoria nos sistemas estratégicos. Destaca-se que esta contribuição poderá instigar cada vez mais a criação de conhecimento como fator de reconhecimento humano e de desenvolvimento das organizações.

  16. Avaliação Qualitativa do Potencial de Erosão Laminar em Grandes Áreas por Meio da EUPS Equação Universal de Perdas de Solos Utilizando Novas Metodologias em SIG para os Cálculos dos seus Fatores na Região do Alto Parnaíba PI-MA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Farinasso

    2006-12-01

    Full Text Available A Equação Universal de Perdas de Solos (EUPS de Wischmeier e Smith (1978, inicialmente desenvolvida para estimativa quantitativa de perdas de solos para pequenas áreas, hoje é amplamente utilizada para avaliação qualitativa de predição de perdas de solos por erosão laminar em grandes áreas, com o objetivo de se avaliar e indentificar áreas susceptíveis  á erosão, de forma rápida e econômica, visando o planejamento ambiental. Neste trabalho foi aplicada a EUPS para indentificar qualitativamente  áreas susceptíveis a erosão laminar na região do Alto Parnaíba (PI-MA. Em termos específicos foram utilizadas diferentes metodologias para os cálculos dos fatores R (Krigeagem e IDW e LS(mapa de área de contribuição pelos métodos D8 e D", com a utilização de SIG, visando identificar as que melhor se aplicam a grandes áreas, e somado a estes dois fatores, foi aplicado um fator de correção em áreas com grades com resolução espacial superiores á 100 m. Assim, mapas temáticos existentes, juntamente com informações de solos, uso da terra, relevo e clima, foram utilizados para obtenção de mapas identificando áreas susceptíveis á erosão atual e potencial nesta região. Chegou-se á conclusão que a metodologia que melhor se aplica ao cálculo do fator R (erosividade foi a que utiliza Krigeagem Ordinária, e para o fator LS, a metodologia que utiliza mapa de área de contribuição obtida pelo método D". As áreas mais críticas, com relação a perdas de solos estão associadas a elevadas declividades, NEOSSOLOS e uso e manejo inadequados. A metodologia se mostrou válida, uma vez que os pontos onde se encontram os maiores índices de perdas de solo foram comparados a pontos observados in loco, mostrando boa correlação com as estimativas obtidas. 

  17. IDENTIFICANDO FATORES DE RISCO E AS PRÁTICAS DE AUTOCUIDADO PARA DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA EM FAMILIARES DE MASTECTOMIZADAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ISABELA MELO BONFIM

    2009-01-01

    Full Text Available Investigación cuantitativa cuyo objetivo fue identificar los factores de riesgo y prácticas de auto cuidado para detección precoz de cáncer de mama en familiares de mastectomizadas. Se entrevistó a 100 familiares que acompañan a las pacientes con mastectomía por cáncer de mama, en tratamiento de quimioterapia en un hospital de referencia en cáncer de Ceará. Fueron encontrados factores de riesgo como: edad de la 1a. menstruación inferior o igual a doce años, nuliparidad, uso de anticonceptivo oral (CO y tiempo elevado de uso de CO, grupo etario de riesgo y ocurrencia de abortos. Constatamos que en la lucha contra el cáncer de mama, el acompañamiento del familiar sano, es de suma importancia para la detección precoz de la neoplasia mamaria. Se concluye que este segmento de la población también debe ser contemplado por todas las estra- tegias de prevención y detección precoz de la neoplasia mamaria y que la práctica de la educación en el área de la salud sea entendida bajo el aspecto de una educación transformadora.

  18. Análise da utilização de um modelo de quatro fatores como ferramenta auxiliar para gestão de carteiras baseadas no IBrX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Carvalho Terra de Faria

    2011-01-01

    Full Text Available Esta pesquisa utilizou como banco de dados os ativos que compuseram o índice IBrX no período de maio de 2002 a dezembro de 2007, examinando a influência das variáveis beta, valor de mercado, índice preço/lucro e índice valor contábil/valor de mercado no comportamento no mercado brasileiro, confrontando o resultado com outras pesquisas realizadas no Brasil. Ao investigar a influência do beta este trabalhou buscou verificar se as premissas adotadas pelo CAPM são válidas no modelo proposto por este estudo. As técnicas de estimação utilizadas nesta pesquisa para estimar o grau de influência das variáveis foram o SUR e o TSCS. Os resultados apontaram significância para as variáveis índice Preço/Lucro e valor de mercado. Porém, a variável valor contábil/valor de mercado foi a que apresentou maior estabilidade sendo significante em todos os modelos propostos. Em relação ao CAPM a pesquisa apontou que todas as variáveis analisadas apresentaram algum grau de influência nas variações cross-section das rentabilidades médias das ações, sinalizando que além do beta, outros fatores podem estar associados ao comportamento dos ativos.

  19. Dificuldades para alimentação saudável entre usuários da atenção básica em saúde e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana Loraine Lindemann

    2016-02-01

    Full Text Available Resumo Estudo transversal de base de serviços de saúde sobre a prevalência de percepção dificuldades para ter uma alimentação saudável, seus fatores associados e seus motivos, em uma amostra de 1.246 adultos e idosos usuários da atenção básica. A prevalência de percepção dificuldades foi de 31,1% (IC95 28,5-33,6 e os fatores associados foram sexo feminino (RP = 1,69; IC95 1,28-2,25, idade adulta (RP = 1,33; IC95 1,11-1,59, renda, sendo o maior efeito no quintil mais elevado (RP = 0,63; IC95 0,47-0,83, maior número de doenças crônicas autorreferidas (RP = 1,31; IC95 1,03-1,67, insegurança alimentar (RP = 2,28; IC95 1,93-2,69, não recebimento de orientação alimentar (RP = 0,75; 0,63-0,89 e hábito de não ler rótulos de alimentos (RP = 1,42; 1,08-1,86. Dentre os que tinham dificuldades, os motivos mencionados foram custo elevado dos alimentos considerados saudáveis (57,6%, força de vontade insuficiente (49,4%, necessidade de abrir mão de alimentos considerados não saudáveis (41,6%, falta de tempo (35,7% e conhecimento insuficiente (31,3%. Os resultados evidenciam a importância do conhecimento dos profissionais de saúde acerca das dificuldades dos usuários e da necessidade de adequação das ações de promoção da alimentação saudável, a fim de evitar condutas padronizadas.

  20. Fatores de risco para o desenvolvimento de sepse neonatal precoce em hospital da rede pública do Brasil Risk factors for early-onset neonatal sepsis in Brazilian public hospital short-title: early-onset neonatal sepsis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Goulart

    2006-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O conhecimento dos fatores de risco associados à sepse neonatal precoce em unidade de neonatologia, inserida na realidade de nosso sistema de saúde, no sentido de se detectar, prevenir e adotar medidas específicas e reduzir as taxas de mortalidade nessa faixa etária. O objetivo deste estudo foi determinar os fatores de risco associados a sepse neonatal precoce em hospital de referência em neonatologia ligado à rede pública de saúde. MÉTODO: Foi realizado um estudo observacional, prospectivo, tipo caso-controle. Foram incluídos os recém-nascidos com diagnóstico de sepse precoce e como controle, recém-nascidos sem infecção neonatal nascido na mesma data do recém-nascido considerado como caso. Foram incluídos 50 casos e três controles para cada caso, resultando em amostra total de 200 pacientes. Foi considerada estatisticamente significativa a associação quando p BACKGROUND AND OBJECTIVES: The determination of the risk factors to early-onset neonatal sepsis in our country is essential to prevent and reduce the mortality associated with this syndrome. Thus, the objective of this study was to determine the frequency and associated risk factors to early-onset neonatal sepsis in public hospital in Southern Brazil. METHODS: Observational, case-control study. Were included neonates with diagnostic of early-onset neonatal sepsis and as controls, neonates without neonatal infection. Were included 50 cases and 3 controls for each case resulting in a total sample of 200 patients. Associations were considered significant when p < 0.05. RESULTS: The sepsis frequency was 50.3 per 1000 born-alive. Risk factors associated to the development of neonatal sepsis were prematurity (OR 9.33; p < 0.001, low birth weight (OR 11.74; p < 0.001, maternal infection (OR 2.28; p = 0.009, mother with history of previous infant with neonatal sepsis (OR 6.43; p = 0.035 and rupture of the membranes more than 18 hours before delivery

  1. Prevalência e fatores de risco para a leptospirose em bovinos de Mato Grosso do Sul Prevalence and risk factors for bovine leptospirosis in Mato Grosso do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de O. Figueiredo

    2009-05-01

    Full Text Available Foi investigada a prevalência de anticorpos antileptospira em fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses, provenientes de 178 rebanhos de 22 municípios do estado de Mato Grosso do Sul, bem como identificados fatores de risco associados à infecção. Foram analisadas 2.573 amostras de soro sangüíneo por meio do teste de soroaglutinação microscópica perante 10 sorovares de leptospira. Títulos iguais ou superiores a 100 para um ou mais sorovares foram detectados em 1.801 fêmeas (98,8% de 161 (96,5% rebanhos. O sorovar Hardjo (65,6% foi apontado como o mais provável, seguido do sorovar Wolffi (12,3%. Os resultados demonstram que a leptospirose bovina se encontra presente em todos os municípios estudados, com alta prevalência, tanto em animais como em rebanhos. Os fatores de risco identificados neste estudo e associados à infecção por bactérias do gênero lepstopira foram o tipo de exploração pecuária de corte e a raça Zebu.The prevalence of anti-Leptospira spp. antibodies was estimated for female cattle aged 24 months or older. The sample comprised 178 herds from 22 counties in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil. The risk factors associated with the presence of infeccion were investigated. A total of 2,573 blood serum samples were tested against 10 leptospira serovars using the microagglutination test (MAT. Titers of 100 or higher for one or more serovars were detected in 1,801 females (98.8% from 161 herds (96.5%. Serovar Hardjo (65.6% was the most frequent, followed by serovar Wolffi (12.3%. These results suggest that bovine leptospirosis is widespread in all the counties under study, with a high prevalence both at the animal and the herd level. Beef farms and the Zebu breed were associated to the higher risk of herd infection by leptospiras.

  2. Contribuição dos fatores de risco psicossociais para o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade Contribution of psychosocial risk factors for attention deficit/hyperactivity disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio M. Vasconcelos

    2005-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a contribuição dos fatores psicossociais para a ocorrência do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH. MÉTODO: Este é um estudo retrospectivo de casos-controles que analisou 403 alunos de uma escola pública primária. Preencheram-se o questionário de sintomas do DSM-IV e um questionário psicossocial específico e realizaram-se anamnese e exames físico e neurológico completos. RESULTADOS: O fator psicossocial estatisticamente significativo foi "brigas conjugais no passado" (odds ratio = 11,66, p = 0,044. Observaram-se assassinatos de 29 parentes próximos das crianças, e esta variável foi estatisticamente relevante. CONCLUSÃO: As crianças expostas a "brigas conjugais no passado" entre os pais correram risco 11,66 vezes mais alto de ter o diagnóstico de TDAH. Os autores propõem que a exposição à violência comunitária seja acrescentada aos indicadores de adversidade de Rutter, os quais predispõem à ocorrência de TDAH e outros transtornos neuropsiquiátricos na infância.OBJECTIVE: To analyze the contribution of psychosocial risk factors for the diagnosis of attention deficit/hyperactivity disorder (ADHD. METHOD: This is a retrospective, case-control study that analyzed 403 pupils from a public elementary school. DSM-IV symptom questionnaire and a specific psychosocial questionnaire were filled out, and a history and complete physical and neurological examinations were performed. RESULTS: The most statistically significant psychosocial risk factor was "marital discord in the past" (odds ratio = 11.66, p = 0.044. A total of 29 murders of subjects' close relatives were observed, and this variable was statistically relevant. CONCLUSION: Children that were exposed to marital discord in the past between parents underwent a 11.66-fold increase in the risk of ADHD diagnosis. Authors suggest that exposure to community violence be included among Rutters's indicators of adversity, which predispose

  3. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil Risk factors for multiple intestinal parasites in an indigenous community of the State of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annick Fontbonne

    2001-03-01

    Full Text Available No perfil etnoepidemiológico da comunidade dos Índios Pankararus - interior do Estado de Pernambuco -, as parasitoses intestinais representam importante problema de saúde pública, por atingir a quase totalidade da população. A fim de conhecer possíveis fatores de risco ambientais deste quadro, utilizou-se parte da base de dados do inquérito original para relacionar as condições de moradia ao número de parasitas diferentes verificado entre seus moradores. Com base na seleção da quantidade de exames coprológicos efetuados entre as pessoas da família, a amostra para análise contou 84 famílias dentre as 112 da amostra aleatória original. Para o número médio de 6,1 pessoas por família, constatou-se que o de parasitas diferentes presentes no lar era 5,0, número crescente quando a casa era de taipa (6,0 contra 4,9 para as de alvenaria; p An investigation into the ethno-epidemiological profile of the Pankararu indigenous group in the State of Pernambuco, Brazil, identified multiple intestinal parasites in nearly all members of the community. To detect possible environmental risk factors, we used the data base from a previous survey to test relations between daily living conditions (housing, sanitation, water supply and treatment, and garbage disposal and the number of different parasite species found in the same household. The sample consisted of 84 families from the original sample of 112. Selection was based on the number of stool tests performed in the family. The mean number of parasite species was 5.0 per family, for a mean family size of 6.1 members. This number was greater for wattle-and-daub houses (mean 6.0 parasite species vs. 4.9 for brick houses; p < 0.03 and when water used in the household was not treated (mean 5.1 parasite species, vs. 4.5 for treated water; p < 0.05. Other household characteristics and hygienic habits did not significantly influence this number. We concluded that multiple intestinal parasitism in

  4. Associação entre fatores de risco para doença arterial coronariana e coronariopatia em pacientes submetidos a cintilografia de perfusão do miocárdio Association between risk factors for coronary artery disease and coronary disease in patients undergoing myocardial perfusion scintigraphy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Schiavom Duarte

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estabelecer o grau de associação entre fatores de risco cardiovascular e a presença de doença arterial coronária (DAC em um grupo de pacientes submetidos a cintilografia de perfusão do miocárdio (CPM. MÉTODOS: Foram estudados 7.183 pacientes submetidos a CPM. Utilizando análise de regressão logística, avaliou-se a razão de chances dos seguintes fatores de risco: idade, sexo, antecedentes familiares, índice de massa corpórea, tabagismo, dislipidemia, diabetes melito (DM e hipertensão arterial sistêmica. Definiram-se como indicativas da presença de DAC as seguintes condições: infarto, revascularização, angioplastia ou alteração na CPM. Analisou-se a amostra global de pacientes bem como os indivíduos masculinos e femininos separadamente. Caracterizou-se também a importância dos fatores de risco por faixas etárias. RESULTADOS: Observou-se associação estatisticamente significativa entre a idade e o sexo dos pacientes e a presença de DAC. Para o sexo feminino, o DM apareceu como o principal fator de risco controlável para DAC. Para o masculino, vários fatores de risco controláveis foram associados à presença de DAC, destacando-se o DM e a dislipidemia. Na análise por faixas etárias alguns fatores de risco passaram a apresentar associação mais expressiva. CONCLUSÃO: Os principais fatores de risco para DAC foram o envelhecimento e o sexo masculino. Dos fatores de risco passíveis de serem controlados, os que apresentaram maior associação com a presença de DAC foram o DM e a dislipidemia no homem e o DM na mulher. Para faixas etárias específicas destacaram-se o tabagismo para homens jovens, o DM e o tabagismo para mulheres entre 40 e 50 anos.OBJECTIVES: To establish the degree of association between cardiovascular risk factors and the presence of coronary artery disease (CAD in a group of patients undergoing myocardial perfusion scintigraphy (MPS. METHODS: The study included 7183 patients who had

  5. Fatores de risco para diabetes mellitus gestacional na coorte de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, 2004 Risk factors for gestational diabetes mellitus in the birth cohort in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil, 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Souza de Oliveira Dode

    2009-05-01

    Full Text Available Consensos de diversos países referem idade, obesidade e história familiar de diabetes mellitus como fatores de risco para diabetes mellitus gestacional. Outros fatores permanecem controversos. O objetivo deste estudo foi investigar fatores associados ao diabetes mellitus gestacional entre mães dos recém-nascidos da coorte de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, em 2004. Foram entrevistadas 4.243 puérperas no hospital, havendo 0,5% de recusas. O diagnóstico de diabetes mellitus gestacional foi auto-referido. A prevalência de diabetes mellitus gestacional foi 2,95% (IC95%: 2,53-3,64. Análise bruta realizada por meio de testes qui-quadrado mostrou associação direta com aumento da idade, escolaridade, nível econômico e índice de massa corporal (IMC e inversa com altura materna. Cor não branca, história familiar de diabetes mellitus, tabagismo no primeiro e segundo trimestres e atividade física antes da gestação e no primeiro trimestre mostraram-se associados. A análise ajustada hierarquizada realizada através de regressão logística mostrou associação com maior idade, cor não branca, maior escolaridade, história familiar de diabetes mellitus e maior IMC. A altura ficou no limiar da significância. Tabagismo no primeiro e segundo trimestres foi protetor.Consensus statements by various countries have reported age, obesity, and family history of diabetes mellitus as risk factors for gestational diabetes mellitus. Other factors remain controversial. The aim of this study was to investigate factors associated with gestational diabetes among mothers of newborns from the birth cohort in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil, in 2004. We interviewed 4,243 postpartum women in hospital, with a 0.5% refusal rate. Diagnosis of gestational diabetes was self-reported. Prevalence of gestational diabetes was 2.95% (95%CI: 2.53-3.64. Crude analysis using the chi-square test showed a direct association with age, schooling

  6. Estudo da presença de fatores de riscos intrínsecos para quedas, em idosos institucionalizados Study of intrinsic risk factors for falls in institutionalized elderly people

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Losada de Menezes

    2008-08-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo identificar a presença de fatores intrínsecos que predispõem a quedas em idosos moradores em instituições de longa permanência na cidade de Goiânia (GO. Trata-se de estudo descritivo transversal realizado em seis instituições de longa permanência para idosos existentes na cidade de Goiânia. A amostra da investigação constou de 95 idosos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Utilizou-se um questionário contendo dados clínicos relacionados às condições de saúde-doença; dados cognitivos; avaliação da capacidade para as atividades básicas de vida diária e avaliação do equilíbrio e marcha. Os idosos avaliados, no geral, apresentam vários fatores de risco, apontados pela literatura, para quedas, tais como: relato de dificuldade motora em membros inferiores (90%, déficit visual (81,1%, uso de três ou mais medicamentos (59,7%, suspeita de depressão (37,9%, falta de equilíbrio em apoio unipodal (37,9% e altura do passo anormalmente diminuída (32,6%. As informações obtidas nos permitem apontar condições determinantes que aumentam a possibilidade dos eventos queda acontecerem na amostra estudada, sinalizando à necessidade de que estratégias de promoção de saúde, prevenção de agravos e reabilitação devam ser tomadas.The objective of this research was to identify intrinsic risk factors that predispose elderly people living in long-term institutions in the city of Goiânia (GO to falls. The present descriptive transversal study was carried out in six long-term institutions for seniors in the city of Goiânia. The investigated sample consisted of 95 elderly that fitted the inclusion and exclusion criteria. A questionnaire was used for collecting clinical data related to health-disease conditions; cognitive data; capacity to develop basic daily life activities and equilibrium and gait. In general terms, as pointed out the literature, the examined elderly presented

  7. O consumo de álcool como fator de risco para a transmissão das DSTs/HIV/Aids Alcohol consumption as a risk factor in the transmission of STD/HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Roberta Donola Cardoso

    2008-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: No Brasil 74,4% da população já fez uso de álcool alguma vez na vida (Cebrid/Unifesp, 2005. O consumo dessa substância tem sido associado com a prática de comportamento sexual de risco para as DSTs/HIV/Aids. OBJETIVOS: Revisar a literatura que investiga associação entre comportamento sexual de risco para infecção do HIV e o uso de álcool. MÉTODOS: Realizou-se uma busca bibliográfica nas bases de dados MEDLINE e LILACS nos períodos de 2000 a 2007. A busca foi realizada por meio do cruzamento dos unitermos comportamento sexual de risco, HIV e Aids com os unitermos álcool, uso, abuso e dependência de álcool. RESULTADOS: Dados encontrados na literatura apontam que homens (heterossexuais e homossexuais, adolescentes, imigrantes e profissionais do sexo são os que associam, mais freqüentemente, álcool com prática de sexo sem preservativo. As mulheres se expõem ao risco com menor freqüência. CONCLUSÕES: O uso de álcool associado ao comportamento sexual mostrou ser um fator de risco para transmissão das DSTs/HIV/Aids, visto que, quando ingerido antes ou durante o ato sexual, favorece a prática sem preservativo. O local em que se consome a bebida, antes ou durante o ato sexual, e a quantidade ingerida parecem ser fatores preponderantes na manutenção dessa associação.CONTEXT: In Brazil, 74.4% of the population has used alcohol at some point in their lifetime Cebrid/Unifesp, 2005. The consumption of this substance has been related to sexual behavior risks and the contraction of STDs, including HIV/Aids. OBJETIVES: This paper intends to review the literature on sexual behavior risks and alcohol abuse. METHODS: A literature review in the databases MEDLINE and LILACS from the year 2000 to 2007 was made using the keywords sexual behavior risk, HIV and Aids, alcohol use, abuse and dependence. RESULTS: Data shows that men (heterosexuals and homosexuals, adolescents, immigrants, and sex professionals are more likely to

  8. Fatores considerados pela população como mais importantes para manutenção da saúde Factores considerados por la población como más importantes para el mantenimiento de la salud Factors considered important for health maintenance by the population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Vinholes Siqueira

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores que adultos e idosos consideram como mais importantes para manutenção da saúde. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 4.060 adultos e 4.003 idosos residentes em áreas de abrangência de 240 unidades básicas de saúde das regiões Sul e Nordeste, em 2005. Um cartão com figuras e frases referentes a sete fatores relacionados com o risco de doenças e agravos não transmissíveis era mostrado aos indivíduos para que indicassem o fator mais relevante para a saúde. Os fatores eram: manter uma alimentação saudável, fazer exercício físico regularmente, não tomar bebidas alcoólicas em excesso, realizar consultas médicas regularmente, não fumar, manter o peso ideal e controlar ou evitar o estresse. As análises foram ajustadas por regressão de Poisson com cálculo de razões de prevalência ajustadas, intervalos com 95% de confiança, e valores de significância usando os Testes de Wald para heterogeneidade e tendência linear. RESULTADOS: Os fatores mais freqüentemente indicados pelos adultos foram: alimentação saudável (33,8%, realizar exercício físico (21,4% e não fumar (13,9%. Entre os idosos, os fatores mais relatados foram: alimentação saudável (36,7%, não fumar (17,7% e consultar o médico regularmente (14,2%. Foram observadas diferenças entre os fatores citados conforme a região geográfica, variáveis demográficas, socioeconômicas e de saúde. CONCLUSÕES: A maioria de adultos e idosos, de ambas regiões, reconhece e indica a necessidade de manter uma alimentação saudável e de não fumar como medidas mais importantes para manutenção da saúde. Estratégias de educação em saúde devem considerar essas características dos indivíduos para estimular medidas específicas a serem adotadas para cada segmento populacional.OBJETIVO: Analizar los factores que adultos y ancianos consideran como más importantes para mantenimiento de la salud. MÉTODOS: Estudio transversal

  9. PRÁTICAS DE SAÚDE DECORRENTES DOS FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE MAMA EM MULHERES TRABALHADORAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANDREA GOMES LINARD

    2008-01-01

    Full Text Available Cáncer de mama se caracteriza como un problema de salud pública. En este estudio, se propuso verificar los factores de riesgo para el cáncer de mama en funcionarias de una universidad de Ceará y su relación con las prácticas de salud desarrolladas por estas mujeres. Pesquisa transversal, realizada en el período de enero a abril del 2006, con 200 funcionarias de una universidad particular de Fortaleza. Datos recogidos con cuestionario, organizados en el SPSS y agrupados de acuerdo con variables previamente establecidas, utilizando los factores de riesgo de acuerdo con el INCA. Los resultados indicaron que un 78,9% usaba anticonceptivo oral; un 62,6% relató consumo de bebidas alcohólicas; el 21,0% menopausia tardía; un 18,8% fumaba y un 18,5% primera menstruación precoz. Respecto a las prácticas de salud se constató que un 78,8% realizaba el auto examen de mamas. Se concluyó que las mujeres están atentas a los factores de riesgo y adoptan en su estilo de vida algunas prácticas de salud encaminadas hacia la detección precoz del cáncer mamario.

  10. Fatores determinantes para as expectativas de primigestas acerca da via de parto Primigravid expectations about the delivery method and the causal factors for their choice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Porto Tedesco

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: conhecer as expectativas de primigestas com relação à via de parto, bem como os motivos de sua escolha, procurando melhorar a qualidade do relacionamento médico-paciente. MÉTODOS: foi realizado estudo do tipo qualitativo por meio da análise do sujeito coletivo, incluindo primigestas atendidas de setembro a novembro de 2003 nos pronto-socorros dos serviços da Faculdade de Medicina de Jundiaí. Foi aplicado questionário especialmente elaborado para responder aos objetivos propostos pela pesquisa o questionário é baseado nas dúvidas apresentadas por pacientes que freqüentaram o serviço meses antes da elaboração do projeto. O consentimento livre e esclarecido, assinado pela gestante e por um dos pesquisadores responsáveis. Foi obtido para fins de padronização da amostra a seleção das pacientes seguiu critérios de inclusão: idade maior que 16 anos, primigestas, que estivessem recebendo assistência pré-natal e consentimento pós-informado lido e esclarecido. Foram considerados critérios de exclusão pacientes mentalmente incapacitadas e gestantes de alto risco com doenças que pudessem interferir na escolha da paciente. RESULTADOS: a população estudada teve como perfil mais prevalente mulheres com mais de 21 anos, brancas, casadas, com segundo grau completo e que estavam no terceiro trimestre da gestação. A via de parto de preferência da maioria das mulheres (90% foi o parto vaginal normal, sendo que as principais justificativas foram: a praticidade para sua realização (94% e o medo do sofrimento e dor no pós-parto causados pela cesárea. Encontramos relação entre a preferência pelo parto vaginal com mulheres de maior idade, casadas, não havendo diferença significativa entre as raças. CONCLUSÃO: estes resultados nos mostram enorme contraste entre a preferência das mulheres e os altos índices de cesárea no Brasil. Concluímos que deve haver falha de informação, falta de diálogo entre os

  11. Magnitude, tendência temporal e fatores associados à anemia em crianças do Estado da Paraíba Magnitud, tendencia temporal y factores asociados a la anemia en niños del Estado de Paraíba Magnitude, time trends and factors associate with anemia in children in the state of Paraíba, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Sherezaide Rocha Gondim

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência da anemia em crianças, sua tendência temporal e identificar fatores associados. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, de base populacional, envolvendo 1.108 crianças, com idade entre seis e 59 meses, de ambos os sexos, do Estado da Paraíba, em 2007. A hemoglobina foi analisada em sangue venoso com contador automático. Foram considerados para anemia valores OBJETIVO: Estimar la prevalencia de la anemia en niños, su tendencia temporal e identificar factores asociados. MÉTODOS: Estudio de corte transversal, de base poblacional, involucrando 1.108 niños, con edad entre 6 a 59 meses, de ambos sexos, del Estado de Paraíba, en 2007. La hemoglobina fue analizada en sangre venosa con contador automático. Se consideraron para anemia valores OBJECTIVE: To estimate the magnitude of the anemia, to analyze the time trends and investigate the factors associated with this disturbance in children in the state of Paraíba, Brazil. METHODS: A cross-sectional survey, of population-based, with 1108 children, aged 6 to 59 months, both sexes in the state of Paraíba. Hemoglobin (Hb in venous blood was analyzed with an automatic counter. The social-economic and demographic characteristics of children were obtained by questionnaire. Proportions were compared by Pearson's chi-squared test, and the association between hemoglobin concentrations and potential risk factors was tested by regression model Poisson. The time trend of anemia was assessed by the increase/decreased in the prevalence of anemia, using as comparison the prevalence observed in the years 1982, 1992 and 2007. RESULTS: The prevalence of anemia (Hb < 11.0 g/dl in the state of Paraíba was 36.5% (CI95% 33.7 to 39.3. It was observed that 1.3% (CI95% 0.7 to 1.8 were in severe form (Hb <7.0 g/dl, 11% (CI95% 9.4 to 13.5 in a moderate form and 87.6% (CI95% 79.1 to 91.2 in the mild form. There was an increase 88.5% in cases of anemia between the years 1982-1992 and

  12. Efeito dose-resposta de fatores de risco para a doença isquêmica do coração Dose-response effect of risk factors to ischaemic heart disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana Alves de Moraes

    1996-10-01

    Full Text Available Resultados de diversos estudos têm apontado a relevância da hipertensão arterial, do hábito de fumar e da hipercolesterolemia como fatores de risco para a doença isquêmica do coração (DIC. Poucos autores têm investigado a existência de gradiente linear relacionando a quantidade destas exposições com os eventos coronarianos. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes graus de exposição a estas variáveis sobre a DIC, procedendo-se ao ajustamento para possíveis variáveis de confusão, foi feito estudo planejado sob a forma de desenho tipo caso-controle, tendo a coleta de dados se estendido de março de 1993 a fevereiro de 1994. Foram estudados 833 indivíduos de ambos os sexos, na faixa etária compreendida entre 30 e 69 anos completos, sendo todos residentes no Município de São Paulo, SP (Brasil. Foram comparados 280 casos com 553 controles (285 controles de vizinhança e 268 controles hospitalares. A técnica estatística utilizada para a análise dos dados foi a regressão logística multivariada. Os resultados permitiram identificar gradiente linear para as variáveis duração da hipertensão arterial e para número de cigarros consumidos/dia. As variáveis duração do hábito de fumar e duração da hipercolesterolemia, embora tendo apresentado "odds ratios" significantes para as respectivas categorias de exposição, não apresentaram gradiente linear. Foram discutidos aspectos metodológicos que poderiam exercer influência sobre a tendência dos "odds ratios" nas categorias de exposição das variáveis duração do hábito de fumar e duração da hipercolesterolemia. Conclui-se que os efeitos dose-resposta observados para as variáveis duração da hipertensão arterial e número de cigarros consumidos/dia foram independentes da presença nos modelos de potentes fatores de risco para a doença isquêmica do coração.Several authors have reported hypertension, smoking and hypercholesterolemia as independent risk

  13. Análise dos fatores de risco e epidemiologia em campanha de prevenção da cegueira pelo glaucoma em João Pessoa, Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Rodrigues Gonçalves

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho tem por objetivo avaliar a incidência dos fatores de risco em uma amostra da população, avaliada durante uma campanha de prevenção da cegueira pelo glaucoma, bem como analisar os dados epidemiológicos sobre a ocorrência de casos suspeitos de glaucoma na cidade de João Pessoa, Paraíba. MÉTODOS: Após prévia divulgação, pessoas com idade ≥ 40 anos, compareceram voluntariamente ao Hospital Universitário Lauro Wanderley, João Pessoa, Paraíba. Realizou-se anamnese, medida da pressão intraocular (PIO com tonômetro de aplanação de Goldmann e biomicroscopia de fundo. Considerados suspeitos aqueles com PIO ≥ 21 mmHg ou disco óptico com relação escavação sobre disco (E/D ≥ 0,5 x 0,5. Os suspeitos foram subdivididos por idade, sexo e tipo de alteração e divididos em: Grupo I de 40 e 49 anos; Grupo II de 50 e 59 anos; Grupo III ≥ 60 anos; P+ se apenas PIO Analysis of risk factors and epidemiology of blindness prevention campaign by glaucoma in João Pessoa, Paraíba 21 mmHg; E/D+ se apenas E/D ≥ 0,5x0,5; e P/E/D+ quando ambos alterados. RESULTADO: No total de 244 pacientes, 29,50% foram considerados suspeitos (48,61% homens (H e 51,38% mulheres(M, sendo 41,66% pertencentes ao Grupo I; 23,61% ao Grupo II e 34,72% ao Grupo III. Com relação ao tipo de alteração: 70,83% eram E/D+; 15,27% eram P+ e 13,88% P/E/D+. Foi ainda realizada uma análise detalhada entre homens e mulheres. CONCLUSÃO: Apesar da irreversibilidade das alterações conseqüentes ao glaucoma, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, associado à conscientização da população, são capazes de prevenir cegueira, comprovando a importância da realização periódica dessas campanhas.

  14. Aleitamento materno na primeira hora de vida em um Hospital Amigo da Criança: prevalência, fatores associados e razões para sua não ocorrência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mércia Natália Macêdo Belo

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivos: identificar a prevalência do aleitamento materno na primeira hora de vida, os fatores associados e as razões para sua não ocorrência em um Hospital Amigo da Criança. Métodos: estudo transversal com 562 mães e recém-nascidos. Os dados foram obtidos entre outubro a novembro de 2011 mediante formulários de entrevista e consulta a prontuários. Modelo de Poisson foi ajustado para analisar a prevalência do aleitamento materno na primeira hora de vida em função das variáveis de exposição. Resultados: a prevalência do aleitamento materno na primeira hora de vida foi de 31%. Apenas o parto normal permaneceu no modelo final, apresentando razão de prevalência de 27% a mais em relação ao parto cesáreo (p=0,020. As razões para que 388 crianças não tenham sido amamentadas na primeira hora de vida foram classificadas em: problemas de saúde da criança (328, 84,5%, da mãe (241, 62,1% e atraso no resultado do teste rápido anti-HIV (199, 51,2%, 11 (2,8% não apresentaram nenhuma justificativa. Conclusões: os resultados relatados ainda estão bem abaixo das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS, o que em grande parte pode ser atribuído às condições próprias de um hospital de nível terciário, cuja demanda é constituída predominantemente por casos de pacientes de médio e elevado risco obstétrico.

  15. Prognostic relevance of risk factors for obstetrical brachial plexopathy Relevância prognóstica dos fatores de risco para plexopatia braquial obstétrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos O. Heise

    2006-03-01

    Full Text Available We did a case-control study to verify if the birthweight, forceps delivery or perinatal asphyxia have any significant effect on the prognosis of obstetrical brachial plexopathy. Group A was composed of 25 infants who completely recovered at the age of 6 months. Group B was composed of 21 infants who were still not able to remove a blindfold from the face with the affected limb in the sitting position at the age of 12 months. There was no statistical difference of the median birthweight or median first minute Apgar score between the groups. There was also no relation between birthweight higher than 4000g, first minute Apgar score lower than 6 or forceps delivery with a poor prognosis.Realizamos um estudo caso-controle para verificar se o peso ao nascimento, parto forceps ou asfixia perinatal apresentam efeito significativo no prognóstico da plexopatia braquial obstétrica. O grupo A foi composto por 25 lactentes que apresentavam recuperação completa aos 6 meses de idade. O grupo B foi composto por 21 lactentes incapazes de remover uma venda do rosto com o membro acometido na posição sentada aos 12 meses de idade. Não houve diferença significativa entre as medianas de peso ao nascimento ou do boletim Apgar do primeiro minuto entre os grupos. Também não foi observada relação entre peso ao nascimento maior que 4000g, boletim Apgar do primeiro minuto menor do que 6 ou parto forceps com um prognóstico desfavorável.

  16. Fatores Associados à Realização de Cesárea em Primíparas com uma Cesárea Anterior Factors Associated with Cesarean Section in Primipara Women with One Previous Cesarean Section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    2000-04-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a via de parto em um grupo de gestantes primíparas de baixa renda com uma cesárea anterior e os fatores associados à repetição da cesárea no segundo parto. Pacientes e Métodos: realizou-se um estudo caso-controle com 356 gestantes atendidas de janeiro de 1993 a janeiro de 1996 na Maternidade do CAISM/UNICAMP. Constituíram os casos as 153 gestantes que tiveram o segundo parto por cesárea, e os controles, as 203 que tiveram o segundo parto vaginal. Para a análise utilizaram-se médias, desvio padrão, teste t de Student, teste de Mann-Whitney, chi² e "odds ratio" (OR e IC 95% para cada possível fator associado à realização de cesárea no segundo parto. Resultados: a via do segundo parto foi vaginal em 57% das vezes. Dentre as diversas variáveis estudadas, as que mostraram estar significativamente associadas à realização de cesárea no segundo parto foram: maior idade materna (para mulheres com 35 anos ou mais, OR = 16,4, antecedente de abortamento (OR = 2,09, indução do trabalho de parto (OR = 3,83, rotura prematura de membranas (OR = 2 ,83, a não-realização de analgesia durante o período de dilatação (OR = 5,3, o diagnóstico de algum sinal de vitalidade fetal alterada (OR = 2,7 e a ocorrência do parto à tarde (OR = 1,92. Conclusões: os resultados indicam que os fatores associados à repetição de cesárea em mulheres com uma cicatriz de cesárea nesta população são predominantemente médicos, mas há a possibilidade de se proporem intervenções dirigidas a diminuir o índice de repetição de cesáreas.Purpose: to evaluate the route of delivery in a group of low-income primipara pregnant women with a previous cesarean section, and the factors associated with the repetition of the cesarean section on the second delivery. Patients and Methods: it was a case-control study including 356 women who were assisted at the Maternity of CAISM/UNICAMP during the period between January 1993 and January

  17. Risk factors for infant mortality in a municipality in southern Brazil: a comparison of two cohorts using hierarchical analysis Fatores de risco para mortalidade infantil em município do Sul do Brasil: comparação de duas coortes em análise hierarquizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hellen Geremias dos Santos

    2012-10-01

    Full Text Available This study compared risk factors for infant mortality in 2000-2001 and 2007-2008 in Londrina, Paraná State, Brazil. Data on live births and infant deaths were linked in a single database, and a hierarchical regression model was used. Distal risk factors for infant mortality in 2000-2001 were maternal age Compararam-se fatores de risco para mortalidade infantil nos anos 2000/2001 e 2007/2008 em Londrina, Paraná, Brasil. Dados sobre nascidos vivos e óbitos infantis foram vinculados em base de dados única, e usou-se análise de regressão em modelo hierárquico. No nível distal, foram de risco para mortalidade infantil, em 2000/2001, idade materna < 20 e ≥ 35 anos e escolaridade materna baixa. Em 2007/2008, idades maternas ≥ 35 e < 20 anos foram de risco, enquanto escolaridade baixa, protetora. Associaram-se à maior mortalidade infantil, no nível intermediário, em 2000/2001: gestação múltipla, filhos mortos e número insuficiente de consultas pré-natal, enquanto cesariana foi fator protetor. Em 2007/2008, apenas gestação múltipla foi de risco. Todos os fatores proximais associaram-se à maior mortalidade infantil em 2000/2001 e, em 2007/2008, apenas idade gestacional e Apgar no quinto minuto. Houve mudanças nos fatores de risco para a mortalidade infantil nos biênios analisados, o que pode estar relacionado à ampliação de políticas sociais e de ações básicas de saúde, e a modificações no padrão reprodutivo e social das mulheres.

  18. Identificação de fatores de risco pré-operatórios para disfagia pós-operatória persistente após cirurgia laparoscópica para doença do refluxo gastroesofágico

    OpenAIRE

    Ribeiro,Maxwel Capsy Boga; Tercioti-Júnior,Valdir; Souza-Neto,João Coelho de; Lopes,Luiz Roberto; Morais,Drausio Jefferson; Andreollo,Nelson Adami

    2013-01-01

    RACIONAL: Disfagia no pós-operatório é comum após a operação anti-refluxo. No entanto, uma parte dos pacientes relatam disfagia persistente, e técnica cirúrgica inadequada é uma causa bem documentada deste resultado. OBJETIVO: Este estudo retrospectivo avaliou os fatores de risco no pré-operatório para a disfagia persistente após operação anti-refluxo por via laparoscópica. MÉTODOS: Pacientes submetidos à operação anti-refluxo por via laparoscópica pela técnica de Nissen modificada foram aval...

  19. Fatores de risco para doença arterial coronariana em idosos: análise por enfermeiros utilizando ferramenta computacional Factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en ancianos: análisis por enfermeras utilizando herramienta computacional Risk factors for coronary artery disease in the elderly: analysis by nurses using computational tool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Sidnéia da Silva

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou analisar a ocorrência dos fatores de risco para doença arterial coronariana em população idosa participante de uma ação comunitária utilizando ferramenta computacional por enfermeiros. Para o desenvolvimento do trabalho utilizou-se uma base de dados coletada em um evento comunitário. As informações se referem a fatores de risco, dados antropométricos, aferição de valores de glicemia, colesterol e pressão arterial, ocorrência de doença cardíaca e outras. A estrutura multidimensional foi elaborada e gerenciada pela ferramenta Analysis Services. A população idosa correspondeu a 40,4% do total, um terço dessa população estava com valores alterados de pressão arterial sistêmica, 53,8% apresentavam índice de massa corporal acima de 25 Kg/m², 40,3% referiram hipertensão e 20,3%, diabetes mellitus. Conclui-se que o controle de fatores de risco para DAC em clientes idosos é essencial e que a tecnologia da informação pode apoiar na tomada de decisões estratégicas de promoção de saúde.Este trabajo tuvo como objetivo analizar la ocurrencia de los factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en la población anciana participante de una acción comunitaria con una herramienta computacional para las enfermeras. Para el desarrollo del trabajo se utilizó una base de datos colectada en un evento comunitario. Las informaciones se refieren a factores de riesgo, datos antropométricos, contraste de valores de glucemia, colesterol y presión arterial, ocurrencia de enfermedad cardiaca y otras. La estructura multidimensional fue elaborada y administrada por la herramienta Analysis Services. La población anciana correspondió a 40,4% del total, un tercio de esta población estaba con valores alterados de presión arterial sistémica, 53,8% presentaban índice de masa corporal arriba de 25Kg/m², 40,4% se referían a hipertensión y 20,3% diabetes mellitus. Se concluye que el control de factores de

  20. Prevalência e fatores de risco para asma em escolares de uma coorte no Sul do Brasil Prevalence and risk factors for asthma in schoolchildren in southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moema N. Chatkin

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estudar a prevalência e fatores de risco para asma em 494 crianças pertencentes à coorte de nascidos em 1993, as quais vêm sendo acompanhadas desde o nascimento, estando, atualmente, com cerca de 6 anos de idade, em Pelotas (RS. MÉTODOS: Foi administrado um questionário padronizado com questões relativas à asma, baseadas em questionário utilizado por um estudo internacional multicêntrico (ISAAC validado em diversos países. Também obteve-se informações sobre o nível socioeconômico, fatores ambientais, hereditários, nutricionais, gestacionais, alérgicos e eventos infecciosos pregressos. RESULTADOS: A prevalência de asma encontrada foi de 12,8% (IC95%: 10-15,9%. Na análise multivariada, a asma esteve associada com cor da pele não-branca (RR = 1,9 IC95%: 1,1-3,3%, história de asma na família (RR = 2,8 IC95%:1,5-5,1, rinite alérgica na criança (RR = 2,6 IC95%:1,5-4,4 e fumo na gestação (RR = 1,7 IC95%:1-2,9. CONCLUSÃO: A asma infantil tem elevada prevalência em Pelotas, sendo um problema de saúde pública e, como tal, deve-se direcionar ações apropriadas para o seu controle.OBJECTIVE: To study the prevalence and risk factors for asthma in a cohort of 494 children born in 1993 and followed up to the age of six years in Pelotas, state of Rio Grande do Sul, Brazil. METHODS: A standardized and validated asthma questionnaire, based on the International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC, was applied. Other information was also collected about socioeconomic background, genetic, nutritional, gestational and allergic factors, and previous infectious episodes. RESULTS: The prevalence of asthma found in this study was 12.8% (95%CI: 10-15.9%. In the multivariate analysis, risk factors such as non-white skin color (RR = 1.9 95%CI: 1.1-3.3%, family history of asthma (RR = 2.8 95%CI: 1.5-5.1, allergic rhinitis in children (RR = 2.6 95%CI: 1.5-4.4 and maternal smoking during pregnancy (RR = 1.7 95%CI: 1

  1. Fatores de risco para internamento por diarréia aguda em menores de dois anos: estudo de caso-controle Risk factors for hospitalization due to acute diarrhea in children under two years old: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lygia Carmen de Moraes Vanderlei

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre determinantes sócio-econômico-demográficos e biológicos e hospitalização por diarréia aguda (DA em menores de dois anos. Utilizou-se estudo tipo caso-controle de base hospitalar no período de maio a outubro de 1997, em hospital pediátrico de nível terciário em Recife, Pernambuco. Os casos (n = 185 foram crianças internadas por DA e os controles (n = 185 foram crianças com doenças ambulatoriais, exceto diarréia, que tinham apresentado a doença nos últimos 15 dias, atendidas no mesmo local e período. Utilizaram-se os programas Epi Info e Stata para a análise dos dados. Foram calculados o odds ratio e os intervalos de confiança de 95% por meio da técnica de regressão logística múltipla, para o controle dos fatores de confusão, considerando um modelo hierarquizado dos fatores de risco. A investigação mediante o modelo proposto mostrou existência de associação entre internamento por DA e piso de terra ou tábua, paridade das mães igual a cinco ou mais filhos, criança menor de seis meses e gravidade dos episódios, que depende da interação entre condições sócio-econômicas desfavoráveis, baixa idade das crianças e episódio diarréico grave.The aim of this study was to investigate the socioeconomic, demographic, and biological determinants of hospitalization due to acute diarrhea (AD in children under two years old. The hospital-based, case-control study was conducted from May to October 1997 in a pediatric hospital in Recife, Pernambuco, Brazil. Cases (n = 185 were children hospitalized due to AD, and controls (n = 185 were children with various diseases (except AD presenting in the previous 15 days in the same area and time period. Data analysis used the Epi Info and Stata software. Odds ratios and 95% confidence intervals were calculated by multiple logistic regression to control confounding factors, considering a hierarchical risk factor model

  2. Cesárea prévia como fator de risco para o descolamento prematuro da placenta Previous cesarean section as a risk factor for abruptio placentae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Roberto Cabar

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar a relação entre o antecedente de cesárea e a ocorrência do descolamento prematuro da placenta (DPP. MÉTODOS: estudo retrospectivo em que foram avaliados os dados referentes a 6495 partos realizados no período entre abril de 2001 e janeiro de 2004. Foram adotados como critérios de inclusão: diagnóstico de DPP confirmado por exame da placenta após o parto, gestação única, peso do recém-nascido superior a 500 g e idade gestacional acima de 22 semanas e ausência de história de trauma abdominal na gestação atual. Para cada caso de DPP incluído no estudo foram selecionados cinco controles, obedecendo ao seguinte pareamento: paridade, idade gestacional (30 semanas, diagnóstico materno de síndrome hipertensiva na gestação índice, antecedente de cicatriz uterina prévia não relacionada à operação cesariana, diagnóstico de rotura prematura de membranas ou diagnóstico de polidrâmnio. A análise univariada das variáveis contínuas foi realizada utilizando-se o teste t de Student e as variáveis categóricas foram avaliadas por meio de teste exato de Fisher ou teste de chi2, com níveis descritivos (p menores que 0,05 considerados significantes. RESULTADOS: 34 casos de pacientes com diagnóstico de DPP preencheram os critérios de inclusão (incidência de 0,52%. Para o grupo controle foram selecionadas 170 pacientes que obedeceram aos critérios de pareamento propostos. No grupo de pacientes com DPP, 26,5% apresentavam antecedente de parto cesárea (9 casos, ao passo que, no grupo controle, esse antecedente foi observado em 21,2% das pacientes (36 casos. Não houve diferença estatisticamente significativa na incidência de cesárea prévia entre os dois grupos estudados (p=0,65, OR=1,34, IC 95%=0,53-3,34. CONCLUSÃO: o aspecto abordado neste estudo, isto é, a associação do DPP em pacientes com cicatriz uterina de cesárea, não pôde ser confirmado com a presente casuística.PURPOSE: to study the

  3. Migraine patients should be cautiously followed for risk factors leading to cardiovascular disease Pacientes com migrânea devem ser acompanhados com cuidado com relação aos fatores de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Rocha Ferreira da Silva

    2013-02-01

    Full Text Available Migraine and ischemic strokes are two of the most prevalent diseases worldwide. Besides having a coincident symptomatology, for long researchers have been searching for a possible causal relation between these diseases. Current evidence based on data suggest that patients with aura migraine could have a doubled risk of developing an ischemic stroke, when compared to the rest of the population. At the same time, migraine sufferers apparently have higher incidences of risk factors for cardiovascular events. The aim of this review was not only to dissect some of the more compelling evidence based on data regarding this association, but also to discuss the possible clinical and therapeutic implications.Migrânea e acidentes vasculares cerebrais isquêmicos (AVCI são duas das doenças de maior prevalência em todo o mundo. Além de apresentarem alguns sintomas em comum, há muito tempo pesquisadores procuram investigar uma relação causal entre as duas. As informações atuais baseadas em evidência sugerem que pacientes com migrânea com aura podem ter um risco duas vezes maior de desenvolver AVCI, quando comparados com o restante da população. Ao mesmo tempo, aqueles sofrem de migrânea possuem aparentemente maior incidência de fatores de risco para eventos cardiovasculares. O objetivo desta revisão foi não apenas avaliar grande parte das mais importantes e convincentes evidências científicas sobre esta associação, mas também discutir suas possíveis implicações clínicas e terapêuticas.

  4. Fatores de risco para trauma vascular durante a quimioterapia antineoplásica: contribuições do emprego do risco relativo Factores de riesgo para el trauma vascular durante la quimioterapia antineoplásica: contribuciones del empleo del riesgo relativo Risk factors for vascular trauma during antineoplastic chemotherapy: contributions of the use of relative risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Capucho Rodrigues

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar a relação entre os fatores de risco para trauma vascular e o surgimento de eventos adversos de infiltração ou flebite por quimioterapia antineoplásica. MÉTODOS: Estudo de abordagem quantitativa observacional com 30 mulheres com câncer de mama. RESULTADOS: O tipo de material do cateter apresentou associação que sugere risco (RR=2,76; IC=1,199; 6,369; o fator velocidade de infusão apresentou RR=2,22; entretanto, IC= 0,7672; 6,436; os fatores trajetória, número de punção e mobilidade da veia apresentaram RROBJETIVO: identificar la relación entre los factores de riesgo para el trauma vascular y el surgimiento de eventos adversos de infiltración o flebitis por quimioterapia antineoplásica. MÉTODOS: Estudio de abordaje cuantitativo observacional realizado con 30 mujeres con cáncer de mama. RESULTADOS: El tipo de material del catéter presentó asociación que sugiere riesgo (RR=2,76; IC=1,199; 6,369; el factor velocidad de infusión presentó RR=2,22; mientras que, IC= 0,7672; 6,436; los factores trayectoria, número de punción y movilidad de la vena presentaron RROBJECTIVE: To identify the relationship between risk factors for vascular trauma and the emergence of adverse events of infiltration or phlebitis for antineoplastic chemotherapy. METHODS: A study with a quantitative, observational method with 30 women with breast cancer. RESULTS: The type of catheter material presented an association that suggested risk (RR = 2.76, CI = 1.199, 6.369; the infusion rate factor presented RR = 2.22, however, CI = 0.7672, 6.436; the trajectory factors, number of punctures and vein mobility presented RR <1, but these cannot be considered as protective factors. Insertion site and the visibility of the vein presented a risk close to 1. CONCLUSION: The use of a metal catheter for venipuncture was considered in this study as a factor for Risk for Vascular Trauma. An analysis of the association for the RR showed these results

  5. Estratégia anestesiológica para cesariana em paciente portadora de deficiência de fator XI: relato de caso Estrategia anestesiológica para cesárea en paciente portadora de discapacidad de Factor XI: relato de caso Anesthetic strategy for cesarean section in a patient with factor XI deficiency: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Sueli P Módolo

    2010-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A deficiência do fator XI é uma doença hematológica rara na população. A hemofilia C (deficiência do fator XI ocorre em ambos os sexos e normalmente não apresenta qualquer sintomatologia, podendo manifestar-se apenas como hemorragia pós-cirúrgica. É uma doença autossômica recessiva, homozigótica ou heterozigótica, e sua gravidade depende dos níveis de fator XI. O objetivo desse relato foi apresentar a estratégia anestésica em paciente portadora de hemofilia C. RELATO DO CASO: Paciente com 32 anos, gesta I/para 0, 39 semanas de gestação programada para cesariana eletiva. Paciente portadora de deficiência de fator XI. Exame clínico e laboratorial sem alterações. Conforme orientação do hematologista, no dia da cesárea a paciente usou prometazina 25 mg; hidrocortisona 500 mg, devido a reações transfusionais prévias, e plasma 10 mL-1.kg-1 num total de 700 mL. Após 2 horas foi submetida ao bloqueio subaracnóideo sob monitorização de rotina. Hidratação com RL 2000 mL. Procedimento anestésico-cirúrgico sem intercorrências. A paciente evoluiu no pós-operatório sem intercorrências, sendo que no 3º DPO fez uso de plasma fresco congelado (PFC 10.mL-1.kg-1 com o objetivo de evitar sangramento pós cirúrgico tardio. CONCLUSÕES: O objetivo do caso foi apresentar o protocolo anestésico para pacientes portadores de hemofilia C e alertar para a necessidade de investigação em caso de antecedente de sangramento pós-operatório, quando um estudo da coagulação deve ser realizado antes de qualquer procedimento invasivo e, se um TTPA prolongado for encontrado, torna-se imperativo pesquisar a deficiência desse fator.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La discapacidad del factor XI es una enfermedad hematológica rara en la población. La hemofilia C (discapacidad del factor XI, ocurre en los dos sexos y normalmente no presenta ninguna sintomatología, y se puede manifestar apenas como hemorragia post

  6. Factores de riesgo para la recurrencia de hernia de disco lumbar Fatores de risco de recorrência de hérnia de disco lombar Risk factors for recurrent lumbar disc herniation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angel Rodríguez Segura

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: La recurrencia de hernia del disco lumbar es un padecimiento que implica algunas dificultades en relación con el diagnóstico y tratamiento. Es importante tratar de identificar los factores que puedan influir en la presentación de la recurrencia. MÉTODOS: Se revisaron los casos de pacientes operados por hernia de disco lumbar recurrente entre los años de 2006 y 2008, buscando identificar los factores que tuvieran relación con dicha patología, y también se revisaron los casos de pacientes operados por hernia de disco lumbar en forma primaria. RESULTADOS: Se analizaron los casos de 20 pacientes con hernia discal lumbar recurrente y de 27 con hernia discal lumbar operados en forma primaria. Para los pacientes con recurrencia, se encontró que el 95% de ellos presentaban algún grado de obesidad, determinado por la Fórmula de Quetelet basada en el Índice de Masa Corporal; se observó también que el 75% de los casos tenían protrusión, con resultados excelentes en 35%, y buenos en 55%, el 10% presentó molestias residuales de forma grave. Para los pacientes con hernia primaria se estudiaron 27 casos, en los que se observó que el 92% de ellos se operaron antes de los 6 meses de iniciado el cuadro, 38% tuvieron resultados excelentes, 40% buenos y el 19% malos resultados. Al estudiar las variables, con el índice de Pearson, se encontró relación de la recurrencia con tabaquismo, trabajo, diabetes e hipertensión, y nivel de estudios, no con la obesidad. CONCLUSIONES: es destacable que dos de los factores relacionados son susceptibles de modificación antes del evento quirúrgico o posteriormente a este, lo cual puede beneficiar el desenlace del mismo.OBJETIVO: A hérnia de disco envolve algumas dificuldades com relação ao diagnóstico e tratamento. É importante identificar os fatores que podem influenciar a recorrência. MÉTODOS: Foram analisados casos de pacientes operados de hérnia de disco lombar recidivante entre 2006 e

  7. Padrões alimentares associados a fatores de risco para doenças cardiovasculares entre residentes de um município brasileiro Dietary patterns associated with risk factors for cardiovascular disease in a Brazilian city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Africa Isabel Cruz Perez Neumann

    2007-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os padrões de consumo alimentar dos residentes da área urbana do Município de São Paulo, Brasil, e investigar a associação desses padrões com fatores de risco biológicos, sociodemográficos e comportamentais para doenças cardiovasculares (DCV. MÉTODO: Realizou-se um inquérito epidemiológico de delineamento transversal, com amostra probabilística de base populacional. Os 2 100 participantes de ambos os sexos tinham entre 15 e 59 anos. Em uma sub-amostra sistemática de 700 pessoas, aplicou-se um inquérito sociodemográfico, comportamental, clínico e alimentar. Obtiveram-se os padrões alimentares por análise fatorial a partir de um questionário de freqüência alimentar. As associações dos padrões alimentares com as variáveis sociodemográficas e comportamentais foram determinadas por meio de análise de covariância; e com os fatores biológicos, por regressão linear múltipla. RESULTADOS: Identificaram-se quatro padrões alimentares: "cafeteria" (açúcares simples e gorduras saturadas associou-se com área de homogeneidade sociodemográfica e ambiental média, escolaridade média e superior e consumo de álcool. Associou-se ainda positivamente com a pressão sistólica (PAS, diastólica (PAD, índice de massa corporal (IMC e relação cintura-quadril (RCQ e negativamente com o HDL. O segundo padrão, "tradicional" (cereais, feijões e infusões, predominou entre mulheres e na idade superior a 50 anos; associou-se com consumo de álcool, renda superior e área de homogeneidade média. Associou-se de modo positivo com glicemia e IMC e de modo negativo com triglicérides e RCQ. O padrão "moderno" (baixos teores de gordura de açúcares simples; consumo de peixes, predominou entre os indivíduos de áreas de homogeneidade alta, com maior renda e escolaridade superior. Associou-se negativamente com PAD, colesterol total, glicemia e LDL. O padrão "aterogênico" (gorduras saturadas, adição de sal na

  8. Transporte intra-hospitalar de pacientes internados em UTI Neonatal: fatores de risco para intercorrências Intra-hospital transport of neonatal intensive care patients: risk factors for complications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Luiza P. Vieira

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou suporte ventilatório durante o transporte intra-hospitalar de pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva neonatal. MÉTODOS: Estudo prospectivo de todos os pacientes internados na unidade neonatal que necessitaram de transporte intra-hospitalar de janeiro de 1997 a dezembro de 2000, entre segundas-feiras e sextas-feiras, das 8h às 17h. Fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório durante e até duas horas após o transporte foram estudados por meio de regressão logística. RESULTADOS: Foram realizados 502 transportes no período. Os pacientes tinham em média 2.000g, 35 semanas de idade gestacional ao nascer e 22 dias de vida. As principais indicações do transporte foram: cirurgia e realização de exames de imagem. A hipotermia ocorreu em 17% dos transportes e o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório em 7%. Fatores associados à hipotermia foram: duração do transporte >3h (OR=2,1; IC95%=1,2-3,6, presença de malformações neurológicas (OR=1,7; IC95%=1,1-2,5, transporte realizado em 1997 (OR=1,7; IC95%=1,1-2,6 e peso no transporte >3.500g (OR=0,3; IC95%=0,16-0,68. Fatores de risco para o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório foram: idade gestacional ao nascimento em semanas (OR=0,9; IC95%=0,8-0,9, idade em dias no transporte (OR=1,0; IC95%=1,0-1,1 e presença de malformações gastrintestinais e geniturinárias (OR=3,1; IC95%=1,6-6,2. CONCLUSÕES: As intercorrências relativas ao transporte intra-hospitalar são freqüentes nos neonatos em UTI e estão associadas às condições dos pacientes e dos transportes.OBJECTIVE: Evaluate factors associated with hypothermia and increased need of oxygen and/or ventilatory support during intra-hospital transport of neonatal intensive care patients. METHODS: Prospective study of

  9. Baixa escolaridade como fator limitante para o combate à anemia entre gestantes Low educational level as a limiting factor in the fight against anemia in pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Regina Vitolo

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar o impacto sobre os níveis de hemoglobina entre gestantes submetidas à suplementação com sulfato ferroso e orientações alimentares. MÉTODOS: foram avaliadas 197 gestantes acompanhadas no pré-natal de uma unidade de saúde. O grupo intervenção foi composto por 105 gestantes com idade gestacional inicial entre a 14ª e a 20ª semana de gravidez, as quais receberam prescrição de 60 mg de ferro elementar por dia, por meio de sulfato ferroso, orientações alimentares e dosagem de hemoglobina realizada com fotômetro portátil. A partir de 34 semanas gestacionais esse grupo foi reavaliado quanto à hemoglobina e realizado consumo alimentar de freqüência semiquantitativo. O grupo controle foi avaliado transversalmente e era formado por 92 gestantes com idade gestacional superior a 34 semanas. Considerou-se anemia quando a hemoglobina foi inferior a 11 g/dL As gestantes de ambos os grupos foram pesadas e medidas, sendo o diagnóstico nutricional determinado pelo IMC pré-gestacional. Foi realizada análise multivariada por meio de regressão logística utilizando modelo hierárquico. RESULTADOS: a prevalência de anemia ao final do terceiro trimestre, no grupo intervenção, foi de 31,6%, e no grupo controle, 26,1% (p=0,43. O uso do suplemento de ferro foi referido por 65% das gestantes do grupo intervenção, sendo que 67,7% interromperam o uso em algum momento. Os motivos principais foram: esquecimento (43,2% e enjôo e/ou vômito (27,2%. Gestantes com escolaridade inferior a 8 anos de estudo apresentaram 3 vezes mais risco na ocorrência de anemia no terceiro trimestre. CONCLUSÕES: o uso de sulfato ferroso não mostrou-se associado à menor prevalência de anemia. Os resultados sugerem que são necessárias mudanças estruturais nas condições socioeconômicas para se modificar o quadro atual quanto à anemia ferropriva.PURPOSE: to evaluate the impact of supplementary ferrous sulfate and dietary counseling on

  10. Perfuração dos lóbulos das orelhas como fator de risco para o desenvolvimento de alergia de contato ao níquel Ear piercing as a risk factor for contact allergy to nickel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilda H. T. Brandão

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Determinar a prevalência da alergia de contato aos metais em crianças que frequentam um centro de saúde e caracterizar o subgrupo com alergia em relação aos fatores de risco. MÉTODOS: Estudo transversal não controlado, conduzido em um centro de saúde de Belo Horizonte (MG. Foram incluídas crianças com idades entre 0 e 12 anos que se apresentaram para consulta pediátrica de rotina, sendo aplicados testes de contato para o cromo, o cobalto e o níquel. As análises estatísticas foram realizadas com base na leitura do teste em 96 horas. Leituras classificadas como fraca (+, forte (++ ou extrema (+++ foram consideradas como reação, enquanto as classificadas como duvidosa, negativa ou irritativa foram consideradas como não reação. RESULTADOS: Completaram o estudo 144 crianças. Destas, 4,9% apresentaram reação ao cromo, 9,7% ao cobalto e 20,1% ao níquel. Os pacientes com orelha perfurada tiveram mais chance de reação ao níquel do que aqueles sem essa característica (p = 0,031 e odds ratio = 2,8. CONCLUSÕES: Em face da tendência atual ao aumento da alergia ao níquel, familiares devem ser alertados sobre a sua associação com a perfuração das orelhas. Estudos posteriores são necessários para avaliar a idade ideal para a perfuração das orelhas e o material ideal para brincos.OBJECTIVES: To determine the prevalence of metal contact allergy among the children seen at a health center and to characterize children with metal allergies in terms of risk factors. METHODS: This was an uncontrolled cross-sectional study undertaken at a health center in Belo Horizonte, Brazil. Children aged from 0 to 12 years were recruited when they presented at the health center for routine pediatric consultations and were given contact tests for chrome, cobalt and nickel. Statistical analyses were conducted on test readings taken at 96 hours. Results classed as weak (+, strong (++ or extreme (+++ were defined as "reaction," while

  11. Fatores antinutricionais e coeficientes de digestibilidade aparente da proteína de produtos de soja para o pacu (Piaractus mesopotamicus = Anti-nutritional factors and protein apparent digestibility coefficients of soybeans sources to pacu (Piaractus mesopotamicus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Regina Stech

    2010-07-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo determinar as atividades dos inibidores de tripsina, hemaglutinante e teores de taninos no farelo de soja e na soja crua e processada, e avaliar o coeficiente de digestibilidade aparente da fração proteica para juvenis de pacu. Oscoeficientes de digestibilidade aparente da proteína da soja crua, extrusada, tostada e macerada foram determinadas usando óxido de cromo (0,5% como marcador. Foi elaborada dieta de referência com 26% de proteína bruta e 4.352 kcal kg-1, e a cada alimento avaliado foram substituídas 30% da dieta-teste. As fezes foram coletadas por pressãoabdominal. Todos os produtos analisados apresentaram fatores antinutricionais, mas foi observada menor atividade de inibidor de tripsina no farelo de soja. Sojas que receberam tratamento térmico apresentaram os melhores coeficientes de digestibilidade e menoresvalores de atividade hemaglutinante do que a soja crua. Não foram observados efeitos dos inibidores de tripsina e taninos sobre o coeficiente de digestibilidade da proteína, mas foi observada relação negativa entre os teores de hemaglutinina com a digestibilidade daproteína bruta. Para a alimentação do pacu recomenda-se a utilização do farelo de soja e da soja processada por extrusão ou tostada.This study aimed to determine the activities of trypsin inhibitors, hemagglutinant and tannin levels in soybean meal and in raw andprocessed soy, as well evaluate the protein apparent digestibility coefficient for pacu juveniles. The apparent coefficients of raw, extruded, toasted and milled soy were determined using chromium oxide (0.5% as marker. A reference diet was created with 26% crude protein and 4,352 kcal kg-1, with each feed containing 30% of the test diet. Feces were collected by abdominal pressure. All analyzed products presented anti-nutritional factors, but the lowest trypsin inhibitoractivity was observed in soybean meal. Soy that received thermal treatment presented better

  12. HIV prevalence and risk factors in a Brazilian penitentiary Prevalência e fatores de risco para a infecção pelo HIV em penitenciária brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Harnoldo Colares Coelho

    2007-09-01

    Full Text Available HIV infection among prison inmates shows one of the highest prevalence rates for specific population subgroups, reaching as high as 17% in Brazil and elsewhere in the world. The present study aimed to estimate HIV antibody prevalence and risk factors for infection in male inmates at the Ribeirão Preto Penitentiary, São Paulo State, Brazil, from May to August 2003. Using simple random sampling, 333 participants were selected, answered a standardized questionnaire, and had blood samples collected. Enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA and indirect immunofluorescence were used for HIV serological diagnosis. Overall HIV prevalence among inmates was 5.7% (95%CI: 3.2-8.2. All variables associated with HIV antibodies in the univariate analysis were submitted to unconditional multivariate logistic regression. Independent predictors of HIV infection were: total prison sentence less than five years and sharing needles and syringes.A infecção pelo HIV em presidiários alcança uma das maiores prevalências entre subgrupos populacionais específicos, com taxas de até 17%, já tendo sido descritas no Brasil e no mundo. Esta pesquisa objetivou estimar a prevalência do marcador do HIV e fatores de risco para essa infecção na população masculina carcerária da Penitenciária de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, no período de maio a agosto de 2003. Do total de 1.030 presidiários, foram sorteados 333 participantes por amostragem aleatória simples, os quais foram submetidos à aplicação de um questionário padronizado e coleta de sangue. Para diagnóstico sorológico do HIV foi utilizado o ensaio imunoenzimático (ELISA e reação de imunofluorescência indireta. A prevalência global do HIV nos presidiários foi de 5,7% (IC95%: 3,2-8,2. Todas as variáveis que mostraram associação com presença do anti-HIV, por meio de análise univariada, foram submetidas a modelo multivariado de regressão logística não condicional. As variáveis que se

  13. Identificação dos fatores de risco para o transtorno do processamento auditivo (central em pré-escolares Identification of risk factors for the (central auditory processing disorder in preschool children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Musskopf da Luz

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar os fatores de risco para o Transtorno do Processamento Auditivo (Central TPA(C em 79 pré-escolares. MÉTODOS: aplicou-se um questionário para 79 pais , de crianças que cursavam a pré-escola ou o primeiro ano do ensino fundamental, das redes municipal, estadual e particular de Porto Alegre. O questionário continha questões referentes ao desenvolvimento infantil. RESULTADOS: a pesquisa mostra como principais resultados a ocorrência do uso de chupeta (73,4%; do tempo de aleitamento materno (36%; da realização dos exames audiológicos (17,8%; do tempo em frente a televisão (59%; e da quantidade de repetições de instruções (54%; Em relação aos testes de correlação o estudo mostrou a utilização da chupeta (p=0,006 e maior ocorrência de otites (p=0,007 por meninas. As crianças mais velhas realizavam leitura espontânea (p=0,007 e recontavam histórias ordenadamente (p=0,035. CONCLUSÃO: Identificou-se as variáveis: maior número de irmãos (p=0,005, maior solicitação de repetições (pPURPOSE: to identify the risk factors for (Central Auditory Processing Disorder in a group of 79 preschool children. METHODS: we applied a questionnaire to 79 parents or guardians of children attending preschool or first year of elementary school of the municipal, state and private schools in Porto Alegre. The questionnaire contained questions related to child development. RESULTS: the research shows as the main results the use of a pacifier use (73.4%; the duration of breastfeeding (36%; the conduction of audiological testing (17.8%; the time watching TV (59%; and the number of repetitions of instructions (54%; For the correlation tests the study showed the pacifier use (p=0.006 and the higher incidence of otitis (p=0.007 by girls. Older children performed spontaneous reading (p=0.007 and retold stories neatly (p=0.035. CONCLUSION: the risk factors for (Central Auditory Processing Disorder were identified, being the

  14. A Ligadura Tubária é Fator de Risco para a Redução da Densidade Mineral Óssea em Mulheres na Pós-menopausa?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zabaglia Silval Fernando Cardoso

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a densidade mineral óssea de mulheres menopausadas com e sem o antecedente de laqueadura tubária e avaliar quais fatores nos dois grupos poderiam estar associados à densidade mineral óssea no fêmur e coluna lombar. Métodos: foram incluídas 70 pacientes em cada grupo, no ano de 1998, do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas. As mulheres responderam um questionário sobre características clínicas e reprodutivas e foram submetidas à densitometria óssea (Lunar DPX no fêmur e coluna lombar. Os dados foram analisados por meio dos testes t de Student, exato de Fisher, c² de Pearson, t com correção de Bonferroni e regressão múltipla. Resultados: a média etária das laqueadas foi de 53,2 anos e das não-laqueadas de 52,6 anos, com média da idade à menopausa de 48 anos, semelhante nos dois grupos. As médias de idade à cirurgia foi 33,7 anos, com tempo decorrido da cirurgia de 18 anos. A média da densidade mineral óssea para o fêmur e coluna lombar não apresentaram diferenças significativas entre os dois grupos. A distribuição percentual em categorias de T-score do fêmur e coluna lombar não mostrou diferenças significativas nos dois grupos. Na regressão múltipla, observou-se que a idade mostrou uma associação inversa e o índice de massa corporal uma associação direta com a densidade mineral óssea no fêmur. Para a coluna lombar, cor não-branca, paridade, idade à menopausa, escolaridade e índice de massa corporal mostraram uma associação direta e a idade à menarca uma associação inversa com a densidade mineral óssea. Conclusão: a laqueadura tubária não ocasionou redução na massa óssea em mulheres na pós-menopausa.

  15. Stress factors for patients undergoing cardiac surgery Factores estresantes para el paciente sometido a cirugía cardíaca Fatores estressantes para o paciente submetido a cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Franca Lisboa Gois

    2012-08-01

    Full Text Available Objective. To describe the stress factors related to cardiac surgery and to the environment in an Intensive Care Unit (ICU. Methodology. Exploratory, descriptive and qualitative study based on the statements of patients undergoing cardiac surgery. The data was collected through semi-structured interviews and reviewed using thematic content analysis. Results. Four categories emerged: 1 Surgical experience: overcoming fear; 2 the ICU environment and the postoperative period: a difficult experience; 3 unpleasant experiences: thirst, intubation and pain; and 4 relationship with health care professionals: impersonality, professional presence representing safety and comfort, orientation and information representing safety and clarification. Conclusion. Two groups of stress factors were identified: the intra personal (thirst, pain and others and extra personal related to the environment.Objetivo. Describir los factores estresantes relacionados con la cirugía cardiaca y al ambiente en una unidad de cuidados intensivos (UCI. Metodología. Estudio exploratorio, descriptivo, cualitativo de las narrativas de pacientes sometidos a cirugía cardiaca. Mediante entrevistas semiestructuradas se recolectaron los datos y se revisó el contenido por análisis temático. Resultados. Emergieron cuatro categorías: 1 experiencia quirúrgica: el miedo como algo ya superado; 2 el ambiente de la UCI y el postoperatorio: experiencia difícil; 3 experiencias desagradables: sed, entubación y dolor; y 4 relaciones con profesionales de salud: impersonalidad, presencia profesional que significa seguridad y confort, orientación y formación significado de seguridad y mayores informaciones. Conclusión. Fueron identificados dos grupos de factores estresantes: los intrapersonales (sed, dolor, entre otros y extra-personales, relacionados con el ambiente.Objetivo. Descrever os fatores estressantes relacionados a cirurgia cardíaca e ao ambiente numa unidade de tratamentos

  16. Fatores de risco para macrossomia fetal em gestações complicadas por diabete ou por hiperglicemia diária Fetal macrosomia risk factors in pregnancies complicated by diabetes or daily hyperglycemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Teresa Rodrigues Lima Kerche

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar fatores de risco para a macrossomia fetal na população de gestantes portadoras de diabete ou hiperglicemia diária. MÉTODOS: estudo retrospectivo, tipo caso-controle, incluindo 803 pares de mães e recém-nascidos desta população específica, distribuídos em dois grupos: macrossômicos (casos, n=242 e não macrossômicos (controles, n=561. Foram comparadas variáveis relativas à idade, paridade, peso e índice de massa corporal (IMC, ganho de peso (GP, antecedentes de diabete, hipertensão arterial e tabagismo, tipo e classificação do diabete e indicadores do controle glicêmico no terceiro trimestre. As médias foram avaliadas pelo teste F e as variáveis categorizadas foram submetidas à análise univariada, utilizando-se o teste do chi². Os resultados significativos foram incluídos no modelo de regressão múltipla, para identificação do risco independente de macrossomia, considerando-se OR, IC 95% e valor de p. Para todas as análises foi estabelecido o limite de significância estatística de 5% (p25 kg/m², antecedentes pessoais, obstétricos e, especificamente, o de macrossomia, classificação nos grupos de Rudge (IB e IIA + IIB, média glicêmica (MG >120 mg/dL e média de glicemia pós-prandial >130 mg/dL no terceiro trimestre. Na análise de regressão múltipla, o GP >16 kg (OR=1,79; IC 95%: 1,23-1,60, o IMC >25 kg/m² (OR=1,83; IC 95%: 1,27-2,64, o antecedente pessoal de diabete (OR=1,56; IC 95%: 1,05-2,31 e de macrossomia (OR=2,37; IC 95%: 1,60-3,50 e a MG >120 mg/dL no terceiro trimestre (OR=1,78; IC 95%: 1,13-2,80 confirmaram risco independente para macrossomia nestas gestações de risco. CONCLUSÃO: o GP superior a 16 kg, o IMC maior ou igual a 25 kg/m², a MG superior a 120 mg/dL no terceiro trimestre e a presença de antecedentes pessoais de diabete ou de macrossomia foram identificados como fatores de risco para macrossomia fetal em gestantes portadoras de diabete ou de hiperglicemia di

  17. Prevalência e fatores de risco para a retinopatia da prematuridade: estudo com 450 pré-termos de muito baixo peso Prevalence and risk factors for retinopathy of prematurity: study with 450 very low birth weight preterm infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Borges Fortes Filho

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar prevalência e fatores de risco para a retinopatia da prematuridade (ROP entre pré-termos com peso de nascimento (PN d"1.500 gramas e/ou idade gestacional (IG d"32 semanas admitidos em uma instituição hospitalar universitária de nível terciário. MÉTODOS: Estudo de coorte institucional, prospectivo e descritivo, realizado entre outubro de 2002 e julho de 2008, incluindo todos os pré-termos com PN d"1.500 gramas e/ou com IG d"32 semanas, que sobreviveram até a 42ª semana de IG corrigida. Foram determinadas a prevalência da ROP em seus vários estadiamentos evolutivos. Os principais fatores de risco para o surgimento da ROP no período pós-natal foram comparados por análises uni e multivariadas entre os pacientes que desenvolveram e os que não desenvolveram a doença. Para a análise das variáveis contínuas entre os dois grupos, foi usado o Teste t (Student para amostras independentes e para a comparação das variáveis categóricas, o Qui-Quadrado. A regressão logística incluiu as variáveis com significância após a análise univariada. RESULTADOS:Foram estudadas 450 crianças cuja média de PN e IG foram 1.213,50 gramas (± 277,4 e 30,3 semanas (± 2,2, respectivamente. A ROP, em qualquer estadiamento, afetou 24,2% das crianças. Doença limiar, necessitando de tratamento pela fotocoagulação, ocorreu em 24 pacientes (5,3%. Após análise univariada, a IG, o PN, o ganho ponderal do nascimento até a 6ª semana de vida, o uso de oxigenioterapia em ventilação mecânica e de indometacina, as ocorrências de sepse e hemorragia intraventricular e a necessidade de transfusões sanguíneas, estiveram associados com a ROP. A regressão logística confirmou a importância da IG (OR: 0,856; IC95%: 1,141-1,447; P=0,014, do baixo ganho ponderal (OR: 0,997; IC95%: 0,996-0,999; PPURPOSE: This study aims to analyze prevalence and risk factors for retinopathy of prematurity (ROP among preterms with birth weight (BW d"1

  18. Intervenção Coronariana Percutânea prévia como fator de risco para Revascularização Miocárdica Previous percutaneous coronary intervention as risk factor for coronary artery bypass grafting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Ferreira Lisboa

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Intervenção Coronariana Percutânea (ICP vem aumentando na doença arterial coronariana crônica. Consequentemente, cada vez mais pacientes submetidos a Cirurgia de Revascularização Miocárdica (CRM apresentam stent coronariano. OBJETIVO: Avaliar a influência do antecedente de stent coronariano na mortalidade hospitalar após CRM. MÉTODOS: Análise prospectiva com 1.099 pacientes consecutivos submetidos a CRM com circulação extracorpórea, entre maio/2007 e junho/2009. Pacientes sem ICP prévia (n = 938; 85,3% foram comparados com pacientes com ICP prévia (n = 161; 14,6%, utilizando modelos de regressão logística e análise de pareamento de amostras. RESULTADOS: Ambos os grupos apresentavam semelhança em relação aos fatores de risco, exceto pela maior presença de pacientes com angina instável no grupo com ICP prévia (16,1% vs. 9,9%; p = 0,019. A mortalidade hospitalar após CRM foi maior entre os pacientes com ICP prévia (9,3% vs. 5,1%, p = 0,034, e foi semelhante à esperada em relação ao EuroSCORE e ao 2000 Bernstein-Parsonnet score. Na análise com regressão logística multivariada a ICP prévia emergiu como fator de risco independente para mortalidade hospitalar pós-operatória (odds ratio 1,94; IC 95% 1,02-3,68; p = 0,044 tão forte quanto diabetes (odds ratio 1,86; IC 95% 1,07-3,24; p = 0,028. Após o pareamento dos grupos, a mortalidade hospitalar continuou sendo maior entre os pacientes com ICP prévia, com odds ratio 3,46 ; IC 95% 1,10-10,93; p = 0,034. CONCLUSÃO: A ICP prévia em pacientes com doença coronariana multiarterial é fator de risco independente para mortalidade hospitalar após CRM. Tal fato deve ser considerado quando a ICP for indicada como alternativa inicial em pacientes com doença arterial coronariana mais avançada. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0BACKGROUND: Percutaneous coronary intervention (PCI has increased as the initial revascularization strategy in

  19. Fatores de risco para síndrome metabólica em cadeirantes: jogadores de basquetebol e não praticantes Risk factors for the metabolic syndrome in wheelchair users: basketball players and non-practitioners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Quintana

    2008-06-01

    Full Text Available A atividade física tem sido sistematicamente estudada como fator preventivo no acometimento de enfermidades crônico-degenerativas, especialmente a síndrome metabólica e doenças cardiovasculares. Sedentarismo está relacionado à diminuição ou ausência de parâmetros mínimos de exigência física diária além do estado de repouso, sendo este fortemente associado à redução na condição de saúde dos indivíduos portadores de deficiência física. As respostas metabólicas do organismo mediante a ausência de determinada musculatura, ou sua inatividade pela falta de estímulos, conduzem a diferenças significativas na estruturação da composição corporal. Esta pesquisa teve como objeto o exercício físico regular e a condição de saúde de indivíduos portadores de deficiência física, através da determinação do perfil antropométrico e bioquímico sangüíneo, e ainda pela determinação da prevalência de fatores de risco para síndrome metabólica. Foram estudados 27 homens com paraplegia (T2-L1, portadores de seqüelas de poliomielite ou amputados, divididos em jogadores de basquetebol cadeirantes (JBC e não jogadores de basquetebol cadeirantes (NJBC. Os JBC apresentaram circunferência de cintura menor comparada aos NJBC, 76,40±8,44 e 89,25±9,73 cm respectivamente (pPhysical activity has been systematically studied as a prevention element of chronic degenerative diseases, especially the metabolic syndrome and cardiovascular disease. Sedentary habits are related to the decrease or absence of minimal parameters of daily physical exercises beyond the resting condition, and they have been strongly associated with the decrease of health in disabled individuals. The metabolic responses of the body in the absence of certain muscles, or its inactivity due to the lack of stimuli, lead to significant differences in the structure of the body composition. This research had as aim regular physical exercise and health condition of

  20. Diabetes Mellitus: fatores de risco em uma instituição de ensino na área da saúde Los factores de riesgo para los Diabetes Mellitus tipo 2 de institución de enseñanza Type-2 Diabetes Mellitus: risk factors in a school in the health field

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina Alves Ortiz

    2000-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é identificar os fatores de risco para o diabetes mellitus tipo 2. Os resultados indicam a necessidade de programa educativo junto às instituições, visando despertar nos sujeitos a busca de estilos de vida saudáveis a fim de prevenir os fatores de risco para o diabetes tipo 2.El objetivo del estudio es identificar los factores de riesgo para la diabetes mellitus de tipo 2. Los resultados muestran la necesidad de un programa educativo junto con las instituciones, buscando despertar en los sujetos la necesidad de buscar un estilo de vida saludable con el fin de prevenir los factores de riesgo para la diabetes tipo 2.This work aims at identifying the risks factors of type-2 diabetes mellitus. The results show the need of an education program in institutions aiming at making the subjects aware of the necessity to look for healthy life styles in order to prevent the risks factors of type-2 diabetes.

  1. Conhecimento de professores de educação física sobre fatores de risco para doenças crônicas de uma cidade do sul do Brasil. DOI: 10.5007/1980-0037.2012v14n1p61

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton José Rombaldi

    2011-12-01

    Full Text Available A melhora da qualidade de vida de uma população pode estar relacionada com o aumento do conhecimento sobre os fatores de risco que conduzem a doenças crônicas. Desta forma o objetivo do presente estudo foi avaliar o conhecimento dos professores de Educação Física sobre as associações entre quatro fatores comportamentais (sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e alimentação inadequada e oito morbidades (diabetes, hipertensão arterial, AIDS, osteoporose, câncer de pulmão, depressão, cirrose hepática e infarto agudo do miocárdio. Foi realizado um estudo observacional, de caráter transversal e cunho censitário, incluindo 188 professores de ambos os sexos, das redes de ensino básico pública e privada da cidade de Pelotas/RS. Para cada fator comportamental, foi gerado um escore de conhecimento, que variava de zero a oito pontos. A maior média deste escore ocorreu para o conhecimento sobre sedentarismo (6,4, seguido por alimentação inadequada (5,9, tabagismo (5,3 e consumo excessivo de álcool (4,5. Podemos concluir que os maiores escores de conhecimento estiveram relacionados com faixas etárias mais baixas, com o local e a jornada de trabalho. Políticas públicas voltadas à saúde e educação são indispensáveis e urgentes para requalificar os docentes e prepará--los para a tarefa de ensinar.

  2. Enfermagem: fatores de satisfação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Ribeiro dos Santos

    1995-09-01

    Full Text Available A proposta deste estudo é analisar os fatores de satisfação no trabalho dos enfermeiros de hospitais e centros de saúde da cidade de João Pessoa. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com uma escala similar à de Likert. A análise fatorial foi utilizada para identificar alguns fatores, que foram denominados de autonomia com integração social, reconhecimento da importância do trabalho, pagamento, política organizacional, relação administração-enfermagem e trabalho em si. Em geral, concluise que há uma forte tendência a insatisfação no trabalho dos enfermeiros provocados pela ausência de fatores higiênicos e motivacionais identificados.

  3. Deslocamento para o trabalho e fatores associados em industriários do sul do Brasil Desplazamiento para el trabajo y factores asociados en industriales del sur de Brasil Commuting to and from work and factors associated among industrial workers from Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shana Ginar da Silva

    2012-02-01

    Full Text Available Estudo transversal visando estimar a prevalência das formas de deslocamento para o trabalho e identificar fatores associados em trabalhadores do Estado do Rio Grande do Sul. Um total de 2.265 trabalhadores responderam questionário sobre a forma de deslocamento utilizado para ir ao trabalho: caminhada/bicicleta, ônibus ou de carro/moto. Para estimar a associação entre o desfecho e variáveis sociodemográficas, ocupacionais e comportamental foi utilizada a regressão logística multinomial. O principal meio de deslocamento para o trabalho foi o ônibus (45,7%. Trabalhadores com maior condição socioeconômica tiveram maior probabilidade de deslocamento passivo.Estudio transversal buscando estimar la prevalencia de las formas de desplazamiento para el trabajo e identificar factores asociados en trabajadores del Estado do Rio Grande do Sul (sur de Brasil. Un total de 2.265 trabajadores respondieron cuestionario sobre la forma de desplazamiento utilizado para ir al trabajo: caminata/bicicleta, autobús o en carro/moto. Para estimar la asociación entre el resultado y variables sociodemográficas, ocupacionales y conductual se utilizó la regresión logística multinomial. El principal medio de desplazamiento para el trabajo fue el autobús (45,7%. Trabajadores con mayor condición socioeconómica tuvieron mayor probabilidad de desplazarse de forma pasiva.Cross-sectional study that aimed to estimate the prevalence of forms of commuting to and from work and to identify factors associated among industrial workers in the State of Rio Grande do Sul, southern Brazil. A total of 2,265 workers completed a questionnaire on the forms of commuting to and from work (walking/biking, bus or car/motorcycle. Multinomial logistic regression was used to estimate the association between the outcome and sociodemographic, occupational and behavioral variables. The main form of commuting to and from work was by bus (45.7%. Workers with higher socioeconomic

  4. Fatores de risco para transmissão da Hanseníase Factores de riesgo para la transmisión de la Lepra Risk factors for Leprosy transmission

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Soprani dos Santos

    2008-11-01

    Full Text Available Estudo caso controle que objetivou identificar fatores individuais de risco relacionados à transmissão da doença. O grupo caso, composto por 90 pacientes de hanseníase notificados no SINAN entre 2003 e 2006; o grupo controle, constituído por 270 indivíduos sadios, pareados por sexo e faixa etária. Houve associação significativa entre a ocorrência da doença e a presença atual (OR= 2,9 e antiga (OR=5,0 de hanseníase entre parentes co-sangüíneos. Sabendo-se que o exame único dos contatos, no ato do diagnóstico, detecta uma parcela mínima dos casos, propõe-se a realização de exames periódicos dos contatos de hansenianos a fim de detectar os novos casos.Estudio caso controle que objetivó identificar factores individuales del riesgo relacionados a transmisión de la enfermedad. El grupo caso, compuesto por 90 pacientes con lepra notificados en el SINAN entre 2003 y 2006; y el grupo controle, constituido por 270 individuos saludables, pareados por sexo y edad. Hubo asociación significativa entre la ocurrencia de la enfermedad y la presencia actual (OR= 2,9 y antigua (OR=5,0 de la lepra entre parientes co-sanguíneos. Sabiéndose que el examen único de los contactos en el acto del diagnóstico detecta una parcela mínima de los casos, se propone a la realización del examen periódico de los contactos de leprosos a fin de detectar los nuevos casos.This case-control study aimed to identify individual risk factors regarding the transmission of leprosy. The group case represented by 90 cases of leprosy sick people pontificated at SINAN during 2003 and 2006 and a group control constituted by 270 healthy people, paired by gender and age. There was significant statistical between occurrence of the disease and its current presence (OR: 2,9 and old cases (OR= 5,0 of leprosy among co-sanguine relatives. Knowing that the only exam of the contact in the act of the diagnostic detects a minimum part of the new cases, it is proposed to

  5. Fatores associados à obesidade em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Vania de Matos

    1998-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A obesidade na adolescência é um fator preditivo da obesidade no adulto. Assim, foram avaliados os fatores associados à obesidade e o uso do índice de massa morporal (IMC. MÉTODO: Foram avaliados 391 estudantes aferindo-se: consumo de alimentos, hábitos alimentares, características antropométricas dos pais e atividade física. O IMC foi a variável dependente utilizada na regressão linear multivariada. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi 23,9% para meninos e 7,2% para meninas. Fazer dieta para emagrecer foi 7 vezes mais freqüente entre meninas do que entre meninos com sobrepeso. Nos meninos, idade, uso de dieta, omissão de desjejum, horas de televisão/"vídeo-game" e obesidade familiar apresentaram associação positiva e significante com IMC. Nas meninas, associaram-se positivamente: uso de dieta, omissão de desjejum e obesidade familiar e negativamente idade da menarca. A correlação do IMC com medidas antropométricas foi maior que 0,7. CONCLUSÕES: Um padrão estético de magreza parece predominar entre meninas e elas o atingem com hábitos e consumo alimentar inadequados.

  6. Fatores de risco para a gravidez na adolescência em uma maternidade-escola da Paraíba: estudo caso-controle Risk factors for pregnancy in adolescence in a teaching maternity in Paraíba: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos Amorim

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os fatores associados à gestação na adolescência em um Estado do nordeste do Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle na proporção de uma adolescente entre 10 e 19 anos (caso para duas mulheres entre 20 e 35 anos (controles, totalizando 168 casos e 337 controles. As variáveis reprodutivas analisadas foram: escolaridade, situação marital, procedência, renda familiar per capita em reais, trabalho remunerado, escolaridade da mãe, presença do pai da adolescente em casa. Foram também incluídas na análise variáveis reprodutivas: idade do primeiro coito, história materna de gravidez na adolescência, consulta ginecológica antes da gravidez, conhecimento, uso e acesso a métodos contraceptivos. RESULTADOS: verificou-se associação de gestação na adolescência com as seguintes variáveis: escolaridade menor que oito anos, ausência do companheiro e história materna de gestação na adolescência. Observou-se que a idade na primeira relação foi significativamente mais baixa entre as adolescentes, que tiveram menor frequência de consultas ginecológicas. Conhecimento dos métodos hormonais e acesso aos métodos anticoncepcionais foram menos frequentes entre as adolescentes. Os fatores de risco para a gravidez na adolescência, após análise de regressão logística múltipla, foram: baixa escolaridade (OR=2,3; IC95%=1,3-3,8, idade do primeiro coito menor que 15 anos (OR=3,6; IC95%=2,2-5,7, história materna de gravidez na adolescência (OR=2,6; IC95%=1,7-3,4. A história de consultas ginecológicas prévias (OR=0,3; IC95%=0,2-0,4 e uso de métodos hormonais (OR=0,6; IC95%=0,4-0,9 foram variáveis protetoras. CONCLUSÕES: os principais fatores associados à gravidez na adolescência observados foram: baixa escolaridade da adolescente, história materna de gestação na adolescência, ausência de consultas ginecológicas prévias e falta de acesso aos métodos anticoncepcionais.PURPOSE: to

  7. Prevalência de fatores de risco para Síndrome Coronariana aguda em pacientes atendidos em uma emergência Prevalencia de los factores de riesgo para el Síndrome Coronario agudo en los pacientes tratados en una emergencia Prevalence of risk factors for acute Coronary Syndrome in patients treated in an emergency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Franke Lemos

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivou-se caracterizar o perfil do paciente portador de Síndrome Coronária Aguda (SCA atendido em um serviço de emergência de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no que se refere aos fatores de risco. Estudo de prevalência entre agosto de 2007 e fevereiro de 2008. Para coleta de dados, foi utilizado um questionário, consulta ao prontuário e aferição de medidas antropométricas. Foram avaliados 152 pacientes com SCA, 63,8% do sexo masculino, idade média de 61±10,26 anos. Com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de ST em 50,7%, infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST em 14,5% e angina instável em 34,9%. Os fatores de risco foram: sedentarismo (86,8%; sobrepeso e obesidade (77%; hipertensão arterial sistêmica (75,7%; história familiar (56,6%; estresse (52,6%; dislipidemia (44,7%; diabete mellitus (40,1%; tabagismo (39,5%; e ingesta de álcool (14,4%. Constatou-se uma alta prevalência de fatores de risco para SCA, necessitando de programas de educação em saúde, visando reduzir a morbi-mortalidade.Propusimos caracterizar el perfil de pacientes portador del Síndrome Coronariana Agudo (SCA en un servicio de emergencia de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, en lo que se refiere a los factores de riesgo. Estudio de prevalencia entre agosto/2007 y febrero/2008. Para la colecta de datos, fue utilizado un cuestionario, consulta al prontuario y contraste de medidas antropométricas. Fueron avaliados 152 pacientes con SCA, 63,8% de sexo masculino, edad media de 61 ± 10,26 años. Con diagnóstico de infarto agudo del miocardio sin elevación ST en 50,7%, infarto agudo del miocardio con elevación ST en 14,5% y angina inestable 34,9%. Los factores de riesgo fueron, sedentarismo (86,8%; sobrepeso y obesidad (77%; hipertensión arterial sistémica (75,7%; histórico familiar (56,6%; estrés (52,6%; dislipidemía (44,7%; diabetes mellitus (40,1%; tabaquismo (39,5%; ingetión de alcohol(14

  8. Perfil microbiológico, celular e fatores de risco associados à mastite subclínica em cabras no semiárido da Paraíba Cellular and microbiological profiles and risk factors for subclinical mastitis in goats in the semi-arid region of Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia B. Neves

    2010-05-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo da mastite subclínica em nove rebanhos de cabras leiteiras no semiárido paraibano com o objetivo de determinar a ocorrência da infecção, avaliar o perfil microbiológico e celular do leite, testar a sensibilidade dos microorganismos isolados frente a antimicrobianos além de identificar os fatores de risco. Foram utilizadas 131 cabras leiteiras das quais foram colhidas 261 amostras de leite para exame microbiológico e 131 para contagem de células somáticas (CCS. Na ocasião das colheitas foi realizado o California Mastitis Test (CMT e aplicado um questionário epidemiológico por propriedade. Houve crescimento bacteriano em 30 amostras (11,49% com 25 (83,33% dos isolados identificados como Staphylococcus coagulase negativa e cinco (16,66% Staphylococcus aureus. A média de CCS foi de 1,39x10(6 células/ml. O CMT apresentou baixa sensibilidade (46,7% e baixa especificidade (60,6% quando comparado ao exame microbiológico. A gentamicina e a associação da neomicina, bacitracina e tetraciclina foram os antimicrobianos contra os quais os microrganismos isolados apresentaram 100% de sensibilidade. Penicilina e ampicilina foram os de maiores índices de resistência (66,67% e 63,89%, respectivamente. A caprinocultura não ser a atividade principal da propriedade e o não isolamento de animais doentes, foram identificados como fatores de risco para a mastite subclínica caprina nas propriedades estudadas. Programas de controle e profilaxia da mastite devem ser implementados enfocando as medidas de higiene na ordenha e correção dos fatores de risco identificados nesse estudo.A subclinical mastitis study was conducted in nine dairy goat herds in the semi-arid region of Paraíba state, Northeastern Brazil, to determine the occurrence of infection, to evaluate microbiological and cellular profiles of the milk, to test the sensitivity of isolated microorganisms to antimicrobials, and to identify risk factors. One hundred

  9. Aluminum as a risk factor for Alzheimer's disease Aluminio como factor de riesgo para la enfermedad de Alzheimer Alumínio como fator de risco para a doença de Alzheimer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pricilla Costa Ferreira

    2008-02-01

    Full Text Available The purpose of the study was to condense existing scientific evidence about the relation between aluminum (Al exposure and risk for the development of Alzheimer's Disease (AD, evaluating its long-term effects on the population's health. A systematic literature review was carried out in two databases, MEDLINE and LILACS, between 1990 and 2005, using the uniterms: "Aluminum exposure and Alzheimer Disease" and "Aluminum and risk for Alzheimer Disease". After application of the Relevance Test, 34 studies were selected, among which 68% established a relation between Al and AD, 23.5% were inconclusive and 8.5% did not establish a relation between Al and AD. Results showed that Al is associated to several neurophysiologic processes that are responsible for the characteristic degeneration of AD. In spite of existing polemics all over the world about the role of Al as a risk factor for AD, in recent years, scientific evidence has demonstrated that Al is associated with the development of AD.El objetivo del estudio fue condensar la evidencia científica existente entre la exposición al aluminio (Al y el riesgo para el desarrollo de la Enfermedad de Alzheimer (EA, evaluando los efectos para la salud de la población a largo plazo. Una revisión sistemática de la literatura científica existente entre 1990 y 2005, fue realizada en dos bases de datos, MEDLINE y LILACS, utilizando los unitermos: "Aluminium exposure and Alzheimer Disease" y "Aluminium and risk for Alzheimer Disease". Fueron seleccionados 34 trabajos para la investigación, de los cuales 68% establecieron relação entre el Al y la EA, 23,5% no presentaron datos conclusivos y 8,5% no establecieron ninguna relación entre el Al y la EA. A partir de los resultados obtenidos, se verifica que el Al interviene en diversos procesos neurofisiológicos responsables por la degeneración característica de la EA. A pesar de la polémica existente en el médio científico, la evidencia cient

  10. Hábitos alimentares e fatores de risco para aterosclerose em estudantes de Bento Gonçalves (RS Dietary habits and risk factors for atherosclerosis in students from Bento Gonçalves (state of Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hosana Maria Speranza Cimadon

    2010-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular aterosclerótica inicia seu processo na infância precoce e é influenciada ao longo da vida por fatores genéticos e exposição ambiental a fatores de risco potencialmente modificáveis. OBJETIVO: Investigar a prevalência de fatores de risco para aterosclerose com ênfase nos hábitos alimentares em uma cidade de colonização predominantemente italiana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, envolvendo 590 estudantes do ensino fundamental com idades entre 9 e 18 anos, com amostra por conglomerado. Foram coletados: dados de identificação, história familiar e história pregressa, além das informações referentes à alimentação dos estudantes. Os hábitos alimentares considerados inadequados incluíram: consumo de fast food, guloseimas, bebidas açucaradas e gorduras de origem animal por quatro ou mais vezes por semana e frutas, hortaliças e leguminosas por menos de quatro vezes por semana. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso entre os estudantes foi 24,6% (n=145; pressão arterial elevada, 11,1% (n=65; tabagismo passivo, 35,4% (n=208; estilo de vida sedentário, 52,3% (n=306; história familiar doenças 1º grau: hipertensão arterial sistêmica, 21,4% e obesidade, 36,5%. Alimentos consumidos por quatro ou mais vezes por semana: fast food, 70,3% (n=411; guloseimas, 42,7% (n=252; bebidas açucaradas, 71% (n=419; e gorduras de origem animal, 24,4% (n=143. Alimentos consumidos por menos de quatro vezes por semana: frutas, 36,8% (n=215; hortaliças, 49,5% (n= 292 e leguminosas, 63,7% (n=374. CONCLUSÃO: São necessárias intervenções que promovam mudanças nos hábitos alimentares dos estudantes: maior consumo de frutas, hortaliças e leguminosas e aumento do nível de atividade física.BACKGROUND: Atherosclerotic cardiovascular disease begins its process in early childhood and is influenced throughout life by genetic factors and environmental exposure to potentially modifiable

  11. Factores protectores de las familias para prevenir el consumo de drogas en un municipio de Colombia Fatores protetores das famílias para prevenir o consumo de drogas em um município da Colômbia Protective factors for preventing the use of drugs in the families of a Colombia locality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Núbia Medina Arias

    2010-06-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue analizar los factores protectores de prevención del consumo de drogas, presentes en familias con niños que asisten a Hogares Comunitarios de Bienestar Familiar en un municipio colombiano. El estudio es de tipo descriptivo y cuantitativo transversal; la muestra estuvo constituida por 256 familias, seleccionadas por muestreo aleatorio simple. El instrumento para la recolección de datos fue un cuestionario aplicado durante los meses de marzo y abril de 2007, de forma autoaplicada. Se encontraron factores protectores como demostraciones de afecto con los hijos, jugar y hablar con ellos sobre lo que les gusta, comunicación fácil, toma de decisiones en pareja, adecuada flexibilidad durante la educación familiar, y existencia de normas. Por otro lado existen factores de riesgo como el consumo de drogas lícitas (cigarrillo y alcohol y bajo porcentaje de drogas ilícitas. Un alto porcentaje de familias considera que los padres, principalmente, deben tomar medidas de prevención en los primeros años de vida del niño. Los factores protectores encontrados deben ser reforzados, debido a que no son muy fuertes; también, se deben controlar los factores de riesgo encontrados para convertirlos en factores protectores.O objetivo deste estudo foi analisar os fatores protetores, visando prevenir o consumo de drogas, presente nas famílias de crianças atendidas nos Lares Comunitários do Bem-estar Familiar, em um município colombiano. Esta pesquisa é de cunho quantitativo descritivo transversal. A amostra foi constituída por 256 famílias selecionadas por amostra aleatória simples. O instrumento de coleta de dados foi um questionário usado no período de março a abril de 2007, de forma autoaplicavel. Foram encontrados fatores protetores como demonstrações de afeto com os filhos, brincar e falar com eles sobre o que eles gostam, a fácil comunicação, tomada de decisões pelo casal, adequada flexibilidade na cria

  12. Marcadores e fatores de risco para queratoses actínicas e carcinomas basocelulares: um estudo de caso-controle Risk markers and risk factors for actinic keratosis and basal cell carcinoma: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Passos da Rocha

    2004-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A incidência das neoplasias malignas cutâneas vem aumentando em todo o mundo, havendo pouca informação no Brasil sobre seus marcadores e suas lesões precursoras. OBJETIVOS: Identificar fatores de risco e marcadores cutâneos para essas lesões MÉTODOS: Caso-controle aninhado num estudo de prevalência de base populacional com adultos com idade igual ou superior a 50 anos, moradores da zona urbana de Pelotas. No estudo de prevalência aplicou-se um questionário com questões específicas para rastreamento de possíveis lesões cutâneas malignas ou pré-malignas recentes. As pessoas que responderam afirmativamente foram examinadas por dois médicos especialistas (padrão ouro. Uma subamostra daqueles que responderam não às perguntas já mencionadas foi sorteada e também foi examinada. A amostra total ficou constituída por 288 pessoas: 74 casos positivos, conforme o padrão ouro, e 214 controles sem lesões. O número e o tipo de lesão foram avaliados no momento da consulta com os especialistas. O protocolo continha variáveis sociodemográficas, comportamentais e exame dermatológico. A medida de efeito utilizada foi o Odds Ratio (OR, e para o controle dos fatores de confusão utilizou-se a regressão logística, com modelo hierarquizado RESULTADOS: Na análise multivariada permaneceram significativas as seguintes variáveis: idade 80 anos OR=10,21, pele branca OR=4,85, cabelos loiros/vermelhos OR= 3,69; como marcadores de risco: elastose solar OR=4,35, cutis rhomboidalis nuchae OR= 2,88 e mais de 10 melanoses solares no dorso das mãos OR= 6. CONCLUSÃO: Pessoas idosas, com pele clara, cabelos claros, com elastose solar, cutis rhomboidalis nuchae e grande número de melanoses solares nas mãos têm maior risco de apresentar queratoses actínicas e carcinomas basocelulares.BACKGROUND: Incidence of cutaneous neoplasms is increasing worldwide and there is little information from South Brazil about its markers and

  13. História familiar em segundo grau como fator de risco para câncer de mama Second-degree family history as a risk factor for breast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Marques de Souza

    1998-09-01

    Full Text Available Objetivos: investigar a associação entre história familiar de câncer de mama em segundo grau e o risco de apresentar a doença. Métodos: estudo de caso-controle com casos incidentes. Foram avaliados 66 casos e 198 controles selecionados entre mulheres que realizaram mamografia em Serviço Privado de Radiodiagnóstico no período de janeiro de 94 a julho de 97. Casos e controles foram pareados quanto idade, idade da menarca, da primeira gestação e da menopausa, paridade, uso de anticoncepcionais orais e terapia de reposição hormonal. Resultados: não houve diferença significativa entre casos e controles em relação a outros fatores de risco que não história familiar em segundo grau. As pacientes com câncer de mama apresentaram maior chance de ter história familiar em segundo grau comparadas aos controles (RC=2,77; IC 95%, 1,03-7,38; p=0,039. Conclusões: a neoplasia maligna de mama está associada à presença de história familiar em segundo grau para essa doença.Purpose: to evaluate the association between second-degree family history of breast cancer and the risk to develop the disease. Methods: case-control study of incident cases. Sixty-six incident breast cancer cases and 198 controls were selected among women who were submitted to mammography in a private clinic between January 1994 and July 1997. Cases and controls were paired regarding age, age at menarche, at first live birth, at menopause, parity, oral contraceptives and use of hormonal replacement therapy. Results: there was no significant difference between cases and controls regarding all risk factors evaluated, besides second-degree family history. Patients with breast cancer were more likely to have second-degree relatives with breast cancer when compared to controls (OR=2.77; 95% CI, 1.03-7.38; p=0.039. Conclusions: malignant neoplasm of the breast is significantly associated with a second-degree family history of this disease.

  14. Principais fatores associados à ocorrência de acidentes de trânsito na BR 163, Mato Grosso, Brasil, 2004 Main factors associated with motor vehicle accidents on Federal Highway 163, Mato Grosso State, Brazil, 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Victório de Carvalho Almeida

    2009-02-01

    Full Text Available O transporte é essencial para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso, Brasil, sendo a BR 163 a principal rodovia de escoamento da produção agropecuária da região. Uma das conseqüências desta atividade é a ocorrência de acidentes de trânsito. Com o objetivo de analisar e categorizar os principais fatores associados à ocorrência de acidentes nesta rodovia, foram utilizados dados da Superintendência de Polícia Rodoviária Federal referentes ao ano de 2004. Nos resultados, destacaram-se como fatores associados à maior chance de ocorrência de acidentes com vítimas (com significância estatística: a condição de rolamento regular (OR = 1,89; IC: 1,32-2,70; os acidentes do tipo colisão frontal (OR = 14,14; IC: 8,96-22,32 e atropelamento de pedestre (OR = 35,95; IC: 8,10-159,52; e os fatores contribuintes defeito na via (OR = 4,35; IC: 1,94-9,75 e desobediência à sinalização (OR = 5,69; IC: 2,01-16,12. Conclui-se que para reduzir o problema dos acidentes nesta rodovia é preciso estabelecer medidas de intervenção de caráter global, não focalizando ações somente na modificação do comportamento do condutor e na fiscalização, mas considerando questões regionais e suas dimensões econômicas, sociais e culturais.Transportation is essential to the economic development of Mato Grosso State, Brazil, and Federal Highway 163 is the main route for marketing regional agricultural produce. One unfortunate consequence of this activity is the occurrence of motor vehicle accidents. With the aim of analyzing and categorizing the main factors associated with motor vehicle accidents on this highway, the current study used data from the Mato Grosso State Division of the Brazilian Federal Highway Patrol for the year 2004. Factors significantly associated with accidents involving casualties were: substandard paving (OR = 1.89; CI: 1.32-2.70; front-end collisions (OR = 14.14; CI: 8.96-22.32; and running over pedestrians (OR = 35.95; CI

  15. Soroprevalência de vírus linfotrópico de células T humanas, vírus da imunodeficiência humana, sífilis e toxoplasmose em gestantes de Botucatu - São Paulo - Brasil: fatores de risco para vírus linfotrópico de células T humanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olbrich Neto Jaime

    2004-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a soroprevalência de vírus linfotrópico de células T humanas I/II (HTLV-I/II, vírus da imunodeficiência humana, sífilis e toxoplasmose, em gestantes atendidas em unidade básicas de saúde do município de Botucatu - São Paulo - Brasil, bem como os fatores de risco para a infecção pelo HTLV -I/II, foram realizados inquérito sorológico e avaliação dos resultados de exames solicitados na rotina do prénatal. Em 913 gestantes, a soroprevalência de HTLV- I e de HTLV- II foi de 0,1%. Sífilis, toxoplasmose e infecção pelo HIV foram encontradas. Nenhum dos fatores de risco pesquisados mostrou-se seguro para identificar gestantes com infecção pelo HTLV- I/II. A comparação da proporção de gestantes infectadas e de doadores de sangue da região sudeste do Brasil com testes reagentes para HTLV- I/II não mostrou diferença estatística.

  16. Fatores críticos para utilização de tecnologia da informação na indústria de confecção de artigos de vestuário do Estado do Ceará

    OpenAIRE

    Reis, Rafael Alexandre dos

    2014-01-01

    Resumo: Discute como a competitividade empresarial crescente conduz as indústrias a se diferenciarem em termos tecnológicos, principalmente inserindo sistemas de informação em suas estruturas, de forma a aumentar seus desempenhos operacional e financeiro. Debate as dificuldades que empresas industriais enfrentam em relação à utilização destes sistemas em seus ambientes, ocasionando um cenário de baixa informatização. Busca investigar os fatores críticos para a utilização de sistemas de inform...

  17. dos contribuintes em relação os impactos de sua adoção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Moraes Santostaso Geron

    2011-01-01

    Full Text Available El Gobierno Brasileño se ha inspirado en modelos de Gobiernos Electrónicos depaíses como España, Chile y México, entre otros, para la creación del SPED - SistemaPúblico de Escrituración Digital, entrando en la edad digital. La investigación exploratoriadesarrollada en este trabajo tiene como objetivo verificar si ha habido en las empresasmejoras operacionales a partir de la adopción del SPED. Esas mejoras, tales como la reduccióndel tiempo en la emisión de NF (factura, disminución de errores, mayor agilidady productividad en los procesos de recibimiento y de transporte de mercaderías, más alláde la disminución en los gastos con papel y almacenamiento de documentos y disminuciónde las obligaciones accesorias son apuntadas por las autoridades gubernamentales comofactores positivos para las empresas. En el trato de los datos se ha empleado la EstadísticaBivariada – con medidas de asociación entre dos variables nominales – Coeficiente Phi y Vde Cramer. Los resultados obtenidos han sido comparados a un estudio semejante llevadoa cabo en Chile, y se ha verificado que los contribuyentes brasileños poseen perspectivasdistintas a las de los chilenos. Los encuestados no han obtenido resultados satisfactoriosen términos de reducción en el tiempo de emisión de una factura, agilidad y productividaden el recibimiento de mercaderías o reducción en la adquisición de papel. Muchos poseenla perspectiva de que tendrán beneficios en el futuro, principalmente en relación a la disminuciónde los riesgos de fraudes y de los costos operacionales.

  18. Predisposing factors for peripheral intravenous puncture failure in children Factores predisponentes para fracaso de la punción intravenosa periférica en niños Fatores predisponentes para insucesso da punção intravenosa periférica em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Cavalcante de Negri

    2012-12-01

    y antecedentes de flebitis y de infiltración. En el modelo multivariado, estar desnutrido y haber sido sometido antepasadamente a cateterización venosa central fueron los factores predisponentes para el fracaso. CONCLUSIONES: La proporción del 10,4% de fracaso en la punción es análogo a la identificada en estudios sobre la temática y fue influenciada por características del niño y de la terapia. En asociación, a las variables desnutrición y uso previo de catéter venoso central fueron a las características más importantes para el aumento de la proporción de fracaso de la punción intravenosa periférica. Este estudio trae nuevas evidencias sobre los factores de riesgo que aportan para el fracaso en la punción intravenosa periférica de niños, constituyendo aspecto a ser considerado en la planificación y ejecución de la práctica asistencial de enfermería pediátrica, con vistas a la obtención de mejores resultados en la punción intravenosa periférica y promoción de la seguridad del paciente.OBJETIVO: verificar fatores predisponentes para o insucesso da punção intravenosa periférica realizada em crianças. MÉTODO: trata-se de estudo de coorte transversal, realizado com 335 crianças internadas em unidade pediátrica de um hospital universitário, após aprovação do mérito ético. Utilizaram-se testes qui-quadrado de Wald, razão de prevalência (RP e procedimento de backward (p≤0,05. RESULTADOS: evidenciou-se sucesso da punção em 300 (89,5% crianças e insucesso em 35 (10,4%. Influenciaram significantemente as proporções de fracasso: apresentar história clínica para dificuldade na punção, estar desnutrido, uso prévio de cateter central de inserção periférica, uso prévio de cateter venoso central e antecedentes de flebite e de infiltração. No modelo multivariado, estar desnutrido e ter sido submetido previamente a cateterização venosa central foram os fatores predisponentes para o insucesso. CONCLUSÕES: a proporção de

  19. Risk factors for surgical site infection in cardiac surgery Los factores de riesgo para la infecciones del sitio quirúrgico en s a cirugía cardíaca Fatores de risco para infecção de sítio cirúrgico em cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia Cristina Gonçalves da Silva

    2012-01-01

    TODOS: Estudo de abordagem quantitativa, coorte histórica que avaliou 384 pacientes de um hospital público de ensino. Foi utilizado o software Statistical Package for the Social Sciences para a análise dos dados e para a análise descritiva, foram usadas medidas de associação em tabelas de contingência e regressão logística. RESULTADOS: Verificou-se que 36 (9,4% pacientes evoluíram com ISC e que a mortalidade foi de 14 (38,9%. O Staphylococcus aureus foi o micro-organismo prevalente 12 (27,3%. Na análise multivariada, os fatores de risco identificados como preditores da ISC foram gênero masculino, tempo de intubação maior que 24 horas e reintubação. CONCLUSÃO: Os fatores de risco preditores para ocorrência de ISC (p<0,05 foram: gênero masculino, reintubação e tempo de intubação maior que 24 horas.

  20. Terapia gênica com fator de crescimento endotelial vascular 165 para pacientes com angina refratária: mobilização de células progenitoras endoteliais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa G. Rodrigues

    2013-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O fator de crescimento endotelial vascular (VEGF - vascular endothelial growth factor induz a mobilização de células progenitoras endoteliais (CPEs com capacidade de proliferação e diferenciação em células endoteliais, contribuindo, dessa forma, para o processo angiogênico. OBJETIVO: Buscamos avaliar o comportamento de CPEs em pacientes com doença cardíaca isquêmica e angina refratária que receberam injeções intramiocardicas de 2000 µg de VEGF165 como terapia única. MÉTODOS: O estudo foi uma subanálise de um ensaio clínico. Pacientes com doença cardíaca isquêmica avançada e angina refratária foram avaliados para inclusão no estudo. Os critérios de inclusão foram: sinais e sintomas de angina e/ou insuficiência cardíaca apesar de tratamento medicamentoso máximo e área de isquemia miocárdica de, no mínimo, 5% conforme avaliado por uma tomografia computadorizada por emissão de fóton único (TCEFU. Os critérios de exclusão foram: idade > 65 anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo < 25% e cancer diagnosticado. Os pacientes cujos níveis de CPE foram avaliados foram incluídos. A intervenção consistiu na administração de 2000 µg de VEGF 165 de plasmídeo injetado no miocárdio isquêmico. A frequência de células CD34+/KDR+ foi analisada por citometria de fluxo antes e 3, 9, e 27 dias após a intervenção. RESULTADOS: Um total de 9 pacientes foram incluídos, 8 homens, média de idade de 59,4 anos, fração de ejeção ventricular esquerda de 59,3%, e classe de angina predominante III. Observou-se um aumento significativo dos níveis de CPEs no terceiro dia após a intervenção. Todavia, 9 e 27 dias após a intervenção, os níveis de CPEs foram similares aos basais. CONCLUSÃO: Identificamos uma mobilização transitória de CPE, com pico no terceiro dia após a intervenção com VEGF 165 em pacientes com angina refratária. Todavia, os níveis de CPEs apresentaram-se semelhantes

  1. Fatores de risco para anemia em crianças de 6 a 12 meses no Brasil Risk factors for anemia among 6- to 12-month-old children in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Glória Neumann Spinelli

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de anemia e investigar os fatores de risco a ela associados em lactentes brasileiros que recebem atendimento na rede básica de saúde. MÉTODO: Estudo transversal com 2 715 crianças entre 6 e 12 meses de idade, residentes em 12 municípios das cinco regiões do Brasil. As mães ou responsáveis responderam a um questionário para coleta de informações sobre a criança e sua alimentação. Foram medidos o peso e a altura para determinação do estado nutricional. Também foi feita a dosagem da concentração de hemoglobina com fotômetro portátil HemoCue, considerando-se como anemia o nível OBJECTIVE: To estimate the prevalence of anemia and to determine associated risk factors among infants receiving routine health care in public clinics in Brazil. METHOD: This cross-sectional study included 2 715 infants between 6 and 12 months old in 12 cities, in all five of the geographic regions of Brazil. Information regarding the child and its feeding habits was obtained from the mother or other caregiver, using a questionnaire. Nutritional status was determined based on height and weight measurements. The hemoglobin concentration was measured using the HemoCue portable hemoglobinometer. Anemia was defined as hemoglobin < 11 g/dL. The infants’ eating habits were assessed based on what they were eating around the time of the questionnaire interviews. The association between anemia and the different variables was evaluated through bivariate analysis, followed by multiple logistic regression using a hierarchical selection model. RESULTS: The prevalence of anemia for the entire group was 65.4%. Multiple regression analysis identified the following risk factors for anemia: living in the Southeastern Region of Brazil (odds ratio (OR = 1.57, 95% confidence interval (95% CI = 1.25- 1.99, maternal age < 20 years (OR = 1.58, 95% CI = 1.21-2.07, birthweight < 2 500 g (OR = 2.09, 95% CI = 1.48-2.95, not being breast-fed (OR

  2. Fatores que afetam o consumo alimentar e a nutrição do idoso

    OpenAIRE

    CAMPOS,Maria Teresa Fialho de Sousa; MONTEIRO,Josefina Bressan Resende; ORNELAS,Ana Paula Rodrigues de Castro

    2000-01-01

    Os fatores que afetam o consumo alimentar das pessoas idosas são reconhecidos como de risco para o desenvolvimento da má nutrição. Este artigo busca fazer uma revisão abrangente sobre esses fatores, procurando também elucidar as condições de nutrição dos idosos brasileiros. A compreensão desses fatores pelos profissionais de saúde amplia o entendimento das condições peculiares que determinam o estado nutricional do idoso e que devem ser trabalhadas de forma interligada, para manutenção ou res...

  3. Fatores de risco para mortalidade infantil em municípios do Estado do Paraná, de 1997 a 2008 Factores de riesgo para mortalidad infantil en municipios de la Provincia de Paraná (Brasil, de 1997 a 2008 Risk factors for child mortality in towns of Paraná State (South Brazil, from 1997 to 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Augusta Mombelli

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e analisar os fatores de risco para a mortalidade infantil nos municípios que compõem a 9ª Regional de Saúde do Estado do Paraná, entre os anos de 1997 a 2008. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, com dados secundários a partir do Sistema de Informações de Nascidos Vivos (SINASC e do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM. Foi considerado variável dependente o óbito antes do primeiro ano de vida e variáveis independentes: sexo, peso ao nascer, duração da gestação, local de ocorrência do óbito, tipo de gravidez, tipo de parto, idade materna e escolaridade da mãe. Os fatores de risco associados ao óbito foram avaliados por meio da análise univariada. RESULTADOS: Entre os anos de 1997 e 2008, foram registrados 92.716 nascimentos pelo SINASC e 1.535 óbitos em crianças menores de um ano pelo SIM. Foram fatores de risco para a mortalidade nascidos vivos do sexo masculino (OR 1,09; IC95% 1,04-1,15, com baixo peso (OR 4,37; IC95% 4,14-4,62, prematuros (OR 4,83; IC95% 4,18-5,58, nascidos vivos de parto vaginal (OR 1,11; IC95% 1,05-1,17, mães adolescentes (OR 1,11; IC95% 1,02-1,22 e com baixa escolaridade (OR 1,97; IC95% 1,84-2,10. CONCLUSÕES: Os dados mostram diminuição da mortalidade infantil e de informações consideradas ignoradas nos bancos de dados e identificam os fatores de risco sugerindo atenção dos profissionais da saúde para o grupo de maior vulnerabilidade desde a assistência no pré-natal.OBJETIVO: Identificar y analizar los factores de riesgo para la mortalidad infantil en los municipios que componen la 9ª Regional de Salud de la provincia de Paraná (Brasil, entre los años de 1997 a 2008. MÉTODOS: Estudio retrospectivo, con datos secundarios a partir del Sistema de Informaciones de Nacidos Vivos (SINASC y del Sistema de Informaciones sobre Mortalidad (SIM. Se consideró variable dependiente el óbito antes del primer año de vida y variables independientes el sexo, el peso al nacer

  4. Precauções de contato em Unidade de Terapia Intensiva: fatores facilitadores e dificultadores para adesão dos profissionais Precauciones de contacto en Unidades de Terapia Intensiva: factores facilitadores y limitantes para la adhesión de los profesionales Contact precautions in Intensive Care Units: facilitating and inhibiting factors for professionals' adherence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina Oliveira

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar os fatores que facilitam ou dificultam a adesão às precauções de contato, por parte de profissionais de um Centro de Terapia Intensiva de hospital geral. Tratou-se de um estudo transversal, realizado de maio a outubro de 2007, utilizando-se um questionário semi-estruturado para coleta de dados. Participaram do estudo 102 profissionais: técnico de enfermagem (54,9%, enfermeiro (12,7%, médico preceptor (10,8%, fisioterapeuta aprimorando (8,8%, fisioterapeuta preceptor (7,8% e médico residente (4,9%. Os fatores dificultadores para a adesão à higienização das mãos foram o esquecimento, falta de conhecimento, distância da pia, irritação da pele e falta de materiais. O uso do capote apresentou maior dificuldade (45% pela sua ausência no box, acondicionamento inadequado, calor, e ao seu uso coletivo. O uso de luvas foi a conduta de maior facilidade na prática cotidiana. Os resultados deste estudo apontam a necessidade de implementar medidas de precaução a fim de minimizar a disseminação de microrganismos resistentes.Este estudio tuvo por objetivo identificar los factores facilitadores y limitantes de la adhesión a las precauciones de contacto por parte de los profesionales de la Unidad de Terapia Intensiva de un hospital general. Se trató de un estudio transversal realizado entre mayo y octubre de 2007, utilizándose un cuestionario semiestructurado para la recopilación de datos. Participaron del estudio 102 profesionales de las siguientes áreas: técnicos de enfermería (54,9%, enfermeros (12,7%, médicos de planta (10,8%, fisioterapeutas residentes (8,8%, fisioterapeutas de planta (7,8% y médicos residentes (4,9%. Los factores limitantes para la adhesión a la higienización de manos fueron: el olvido, la falta de conocimiento, la distancia hasta los lavatorios, irritación de la piel y falta de materiales. El uso de guardapolvos y similares presentó mayor dificultad (45% por su ausencia en el box

  5. Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil: prevalência e simultaneidade Risk factors for non communicable diseases in a metropolitan area in South of Brazil: prevalence and simultaneity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruce B. Duncan

    1993-02-01

    Full Text Available Três quartos da mortalidade no Estado do Rio Grande do Sul (Brasil ocorrem por doenças não-transmissíveis. Dentre elas as doenças cardiovasculares, por si só, correspondem a 35% das causas de morte. Para avaliar a prevalência de fatores de risco para essas doenças, foi realizado inquérito domiciliar no período de 1986/87. Foram entrevistados 1.157 indivíduos entre 15-64 anos, residentes em setores censitários de 4 áreas docente-assistenciais do Município de Porto Alegre, RS. A prevalência padronizada de tabagismo foi de 40%, hipertensão 14%, obesidade 18%, sedentarismo geral 47% e consumo excessivo de álcool, 7%. Trinta e nove por cento da amostra acumulavam dois ou mais desses cinco fatores de risco, somente 22% de homens e 21% de mulheres não apresentaram esses fatores de risco. As elevadas freqüências e concomitâncias desses fatores de risco alertam para sua importância em programas que visam a prevenção das doenças não-transmissíveis.Three-quarters of deaths in Rio Grande do Sul State, Brazil, are due to non-communicable diseases - cardiovascular diseases, alone, being responsible for 35% of them. To evaluate the prevalence of risk factors for these diseases, a household survey of 1,157 randomly sampled individuals between 15 and 64 years of age was undertaken in 1986 and 1987 in census tracts of 4 areas of the city of Porto Alegre. The age-and sex-adjusted prevalence of smoking was 40%, hypertension 14%, obesity 18%, overall sedentary lifestyle 47%, and excessive alcohol consumption 7%. Thirty-nine percent of the sample presented two or more of these five risk factors, and only 22% of men and 21% of women had none of them. The high frequencies and simultaneous presence of these risk factors indicate their importance for programs aimed at the prevention of non-communicable diseases and the promotion of adult health.

  6. Instrument to assess treatment adhesion in patients with cardiovascular risk factors Instrumento para evaluar la adherencia a tratamientos en pacientes con factores de riesgo cardiovascular Instrumento para avaliar a aderência a tratamentos em pacientes com fatores de risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ORTIZ SUÁREZ CONSUELO

    2010-12-01

    álido y confiable, y se puede aplicar en futuros estudios acerca de la adherencia, a fin de obtener una mejor comprensión de la adherencia y sus determinantes, para a partir de ellos desarrollar planes de mejoramiento en las prácticas de cuidado en busca de beneficios para los pacientes y sus familias, promoviendo en ellos una adherencia efectiva.

    O presente estudo descritivo metodológico com abordagem quantitativa objetiva determinar a validade de construto e confiabilidade do instrumento “Fatores que influem na aderência ao tratamento farmacológico e não farmacológico em pacientes com fatores de risco de doença cardiovascular”.

    A informação foi obtida através da aplicação de um instrumento desenhado por Bonilla e De Reales no ano 2006, conformado por 53 itens e quatro dimensões que contam com validez facial, de conteúdo e confiabilidade, a 485 pacientes que cumpriam com os critérios de inclusão.

    A validez de constrito foi aplicada ao instrumento através da análise fatorial de tipo exploratório para determinar a correlação entre as variáveis e as quatro dimensões, pelo método de extração de componentes principais e da rotação varimax com Kaiser. Conseguimos a consistência interna do instrumento partindo dos resultados da análise fatorial (24 itens e 4 dimensões, através do coeficiente alfa de Cronbach.

    Os resultados do estudo evidenciaram que a validez de construto aplicada ao instrumento possibilitou a redução do número de itens de 53 para 24 através da análise fatorial, sem afetar as 4 dimensões do instrumento; o índice de consistência interna através do método do Alfa de Cronbach foi de 0,60, o qual se considera adequado. A exclusão dos 29 itens gerou uma nova versão do instrumento que agrupa os 24 itens em quatro fatores que explicam 45% da variância. Isso demonstrou que as variáveis eram correlatas com o que se esperava medir

  7. Instrumento para evaluar la adherencia a tratamientos en pacientes con factores de riesgo cardiovascular Instrumento para avaliar a aderência a tratamentos em pacientes com fatores de risco cardiovas Instrument to assess treatment adhesion in patients with cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CONSUELO ORTIZ SUÁREZ

    2010-12-01

    comprensión de la adherencia y sus determinantes, para a partir de ellos desarrollar planes de mejoramiento en las prácticas de cuidado en busca de beneficios para los pacientes y sus familias, promoviendo en ellos una adherencia efectiva.O presente estudo descritivo metodológico com abordagem quantitativa objetiva determinar a validade de construto e confiabilidade do instrumento “Fatores que influem na aderência ao tratamento farmacológico e não farmacológico em pacientes com fatores de risco de doença cardiovascular”. A informação foi obtida através da aplicação de um instrumento desenhado por Bonilla e De Reales no ano 2006, conformado por 53 itens e quatro dimensões que contam com validez facial, de conteúdo e confiabilidade, a 485 pacientes que cumpriam com os critérios de inclusão. A validez de constrito foi aplicada ao instrumento através da análise fatorial de tipo exploratório para determinar a correlação entre as variáveis e as quatro dimensões, pelo método de extração de componentes principais e da rotação varimax com Kaiser. Conseguimos a consistência interna do instrumento partindo dos resultados da análise fatorial (24 itens e 4 dimensões, através do coeficiente alfa de Cronbach. Os resultados do estudo evidenciaram que a validez de construto aplicada ao instrumento possibilitou a redução do número de itens de 53 para 24 através da análise fatorial, sem afetar as 4 dimensões do instrumento; o índice de consistência interna através do método do Alfa de Cronbach foi de 0,60, o qual se considera adequado. A exclusão dos 29 itens gerou uma nova versão do instrumento que agrupa os 24 itens em quatro fatores que explicam 45% da variância. Isso demonstrou que as variáveis eram correlatas com o que se esperava medir, permitido sustentar teoricamente o construto, tornando-o mais prático quanto à aplicabilidade para os profissionais de enfermagem em diferentes situações de cuidado. Isto demonstra que o instrumento

  8. Determinação de fatores da equação universal de perda de solo em Sumé, PB Determination of the factors of the universal soil loss equation in Sumé (Paraíba State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abel W. de Albuquerque

    2005-06-01

    Full Text Available Para se alcançar os objetivos previstos neste trabalho, determinaram-se os fatores da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS em condições de chuva natural, num Luvissolo de Sumé, PB, em que os dados relativos aos anos de 1983-1990 foram obtidos na Estação Experimental de Sumé, PB, pertencente à Universidade Federal da Paraíba - UFPB, cujos tratamentos foram os seguintes: parcela descoberta e em alqueive contínuo, parcela com caatinga nativa, parcela com caatinga nova, parcelas em pousio, parcela com palma cultivada morro abaixo e parcela com palma cultivada em nível. Os valores médios anuais do fator erosividade da chuva expressos em EI30 e PI30 foram de 4.928 MJ mm ha-1 h-1 e 19.734 mm-2 h-1, respectivamente. Os valores do fator erodibilidade do solo (K foram calculados em 0,013 t h MJ-1 mm-1 e 0,003 t ha-1 mm-2, enquanto os valores determinados para o fator uso e manejo do solo foram os seguintes: 0,0015 (caatinga nativa, 0,0174 (caatinga nova, 0,0133 (cobertura morta, 0,0056 (cobertura morta, 0,5103 (palma cultivada morro abaixo e 0,2355 (palma cultivada em nível. O valor do fator práticas conservacionistas para palma cultivada em nível foi de 0,46The Universal Soil Loss Equation (USLE factors were determined in a Haplargs under natural rainfall conditions. Data concerning to the years of 1983 -1990 were obtained at the Sumé Experimental Station (Paraíba State - Brazil of the Federal University of Paraíba (UFPB. The treatments consisted of runoff plots with bare soil, native semiarid vegetation runoff plot, mulch runoff plot, palm leaf under downhill runoff plot and under contour palm leaf runoff plot. The annual average of the rainfall erosivity factors EI30 and PI30 were 4,928 MJ mm ha-1 h-1 and 19,734 mm-2 h-1, respectively. The calculated annual mean values of the erodibility parameters were calculated in 0.013 t h MJ-1 mm-1 and 0.003 t h ha-1 mm-2. The calculated values for the support practice factor cropping

  9. Risk factors for pressure ulcer development in institutionalized elderly Factores de riesgo para el desarrollo de úlceras por presión en ancianos atendidos en asilo Fatores de risco para o desenvolvimento de úlceras por pressão em idosos institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diba Maria Sebba Tosta de Souza

    2007-10-01

    Full Text Available This study aimed to analyze the risk factors for the development of Pressure Ulcers (PU in old people living in Long Staying Institutions. It is a prospective and cohort study carried out in four Institutions. A total of 94 old people composed the sample and were assessed during three consecutive months. The total scores of the Braden Scale were different between the groups with and without PU, at the first (p=0.030 and last assessments (p= 0,001; humidity, nutrition and friction/shearing were significantly different between those with and without PU, and were always worst among the first. Female gender and previous PU were confirmed as predictive for the development of PU (r²=0,311.La finalidad del estudio fue analizar los factores de riesgo para el desarrollo de Ulceras por Presión (UP en ancianos que viven en asilos. Es un estudio de cohorte prospectivo y fue desarrollado en cuatro instituciones. Noventa cuatro ancianos compusieron la muestra y fueron evaluados consecutivamente hasta tres meses. Las puntuaciones totales de la Escala de Braden fueron diferentes entre los grupos con y sin UP, en la primera (p=0.030 y la última evaluación (P = 0.001; humedad, nutrición y fricción fueron estadísticamente diferente entre los ancianos con y sin UP, peor entre aquellos con UP. El sexo femenino y UP previo fueron confirmados como predictivos para el desarrollo de PU (r2=0,311.Este estudo objetivou analisar os fatores de risco para o desenvolvimento de úlceras por pressão (UP em idosos institucionalizados. Estudo de coorte prospectivo foi realizado em quatro instituições de longa permanência para idosos. Noventa e quatro idosos foram avaliados durante até 3 meses consecutivos. Os escores totais da Escala de Braden diferiram entre os grupos com e sem UP, na primeira (p=0,030 e última avaliações (p=0,001, umidade, nutrição e fricção e cisalhamento foram significativamente diferentes entre os idosos com e sem UP, sempre piores entre

  10. Fatores de risco modificáveis para doença arterial coronariana nos trabalhadores de enfermagem Factores de riesgo modificables para la enfermedad arterial coronaria en los trabajadores de enfermería Modifiable risk factors for coronary artery disease among nursing staff of a general hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cyntia Oliveira Maia

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os fatores de risco (FR modificáveis para doença arterial coronariana (DAC nos trabalhadores de enfermagem de um hospital geral. MÉTODOS: estudo com 209 trabalhadores submetidos a exame antropométrico e aferição da pressão arterial. Foram realizadas coletas capilares para verificar os níveis de colesterol total e glicemia para cálculo do índice de massa corporal (IMC. Aplicado questionário sobre atividade física e estresse. Os FR para DAC foram quantificados e avaliados. RESULTADOS: da amostra, 19,1% eram estressados, 29,7% hipertensos e 27,7% apresentaram CT>200mg/dl. O tabagismo corresponde a 28,8% dos técnicos. Os auxiliares apresentaram maior índice de IMC e nível de estresse; os enfermeiros foram os mais hipertensos. Sedentarismo estava presente em mais da metade da amostra. CONCLUSÃO: este estudo mostra a identificação e quantificação dos diferentes FR para DAC, pois a partir do conhecimento da realidade epidemiológica, é possível desenvolver ações e educação em saúde relevantes na intervenção preventiva.OBJETIVO: identificar los factores de riesgo (FR modificables para enfermedad arterial coronaria (DAC en los trabajadores de enfermería de un hospital general. MÉTODOS: estudio realizado con 209 trabajadores sometidos a examen antropométrico y evaluación de la de la presión arterial. Se llevaron a cabo recolecciones capilares para verificar los niveles de colesterol total y glicemia para el cálculo del índice de masa corporal (IMC. Se aplicó un cuestionario sobre actividad física y estrés. Los FR para DAC fueron cuantificados y evaluados. RESULTADOS: de la muestra, 19,1% eran estresados, 29,7% hipertensos y 27,7% presentaron CT>200mg/dl. El tabaquismo corresponde al 28,8% de los técnicos. Los auxiliares presentaron mayor índice de IMC y nivel de estrés; los enfermeros fueron los más hipertensos. El Sedentarismo estaba presente en más de la mitad de la muestra. CONCLUSI

  11. Interconsulta psiquiátrica: fatores de encaminhamento para a terapia ocupacional em saúde mental / Consultation-liaison psychiatry: factors referral from occupational therapy in mental health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Aparecida Tedesco

    2018-01-01

    Full Text Available Introdução: As intervenções em terapia ocupacional associadas com serviços de interconsulta psiquiátrica não são usuais, embora contribuam para a redução do estresse do paciente e facilitem a continuidade dos cuidados. Objetivo: Identificar o perfil demográfico, clínico e psiquiátrico dos pacientes assistidos por um interconsultor psiquiatra e encaminhados a um terapeuta ocupacional de saúde mental, e os respectivos motivos. Métodos: Estudo transversal descritivo eu comparou 139 pacientes avaliados em um serviço de interconsulta psiquiátrica que foram encaminhados para o atendimento de terapia ocupacional em saúde mental com os 561 pacientes do mesmo serviço de interconsulta que não foram encaminhados. Realizou-se um modelo de analise de regressão logística no qual a variável dependente foi o fator encaminhamento para a terapia ocupacional e as demais variáveis sóciodemográficas, clinicas, psiquiátricas e ocupacionais foram avaliadas como possíveis variáveis preditoras (método backward. Resultados: Os pacientes que se aposentaram por incapacidade, com maior número de consultas anteriormente ao encaminhamento, hospitalizados em unidades de diálise, hematologia, ginecologia e clínica cirúrgica eram mais propensos a serem encaminhados à terapia ocupacional. A redução da probabilidade de encaminhamento foi associada ao aumento da idade e à presença de sintomas de psicose, confusão mental ou agressividade. Conclusão: Os pacientes encaminhados por interconsultores psiquiatras, para a terapia ocupacional em saúde mental, integravam um subgrupo com características que contribuíam com a previsão de decisões de encaminhamento. Esses pacientes apresentaram dificuldades em lidar com a doença, maior vulnerabilidade pessoal e uma série de comportamentos e atitudes de preocupação e angústia em relação a sua doença ou hospitalização que os conduziria a situações de ruptura e estresse.

  12. Fatores determinantes da capacidade funcional entre idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tereza Etsuko da Costa Rosa

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO; Investigar a influência de fatores socioeconômicos e demográficos relativos à saúde, bem como os fatores ligados às atividades sociais e à avaliação subjetiva da saúde sobre a capacidade funcional dos idosos. MÉTODOS: Estudo transversal, integrante de estudo multicêntrico, em amostra representativa do município de São Paulo, realizado em 1989. A capacidade funcional foi avaliada através da escala de atividades da vida diária pessoal e instrumental e investigada como variável dicotômica: ausência de dependência - incapacidade/dificuldade em nenhuma das atividades versus presença de dependência moderada/grave - incapacidade/dificuldade em 4 ou mais atividades. Análise de regressão logística múltipla foi aplicada aos fatores hierarquicamente agrupados. RESULTADOS: As características que se associaram com a dependência moderada/grave foram analfabetismo, ser aposentado, ser pensionista, ser dona de casa, não ser proprietário da moradia, ter mais de 65 anos, ter composição familiar multigeracional, ter sido internado nos últimos 6 meses, ser "caso" no rastreamento de saúde mental, não visitar amigos, ter problemas de visão, ter história de derrame, não visitar parentes e ter avaliação pessimista da saúde ao se comparar com seus pares. CONCLUSÕES: As características identificadas que se associaram à dependência moderada/grave sugerem uma complexa rede causal do declínio da capacidade funcional. Pode-se supor, entretanto, que ações preventivas especificamente voltadas para certos fatores podem propiciar benefícios para o prolongamento do bem estar da população idosa.

  13. Fatores determinantes da capacidade funcional entre idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Tereza Etsuko da Costa

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO; Investigar a influência de fatores socioeconômicos e demográficos relativos à saúde, bem como os fatores ligados às atividades sociais e à avaliação subjetiva da saúde sobre a capacidade funcional dos idosos. MÉTODOS: Estudo transversal, integrante de estudo multicêntrico, em amostra representativa do município de São Paulo, realizado em 1989. A capacidade funcional foi avaliada através da escala de atividades da vida diária pessoal e instrumental e investigada como variável dicotômica: ausência de dependência - incapacidade/dificuldade em nenhuma das atividades versus presença de dependência moderada/grave - incapacidade/dificuldade em 4 ou mais atividades. Análise de regressão logística múltipla foi aplicada aos fatores hierarquicamente agrupados. RESULTADOS: As características que se associaram com a dependência moderada/grave foram analfabetismo, ser aposentado, ser pensionista, ser dona de casa, não ser proprietário da moradia, ter mais de 65 anos, ter composição familiar multigeracional, ter sido internado nos últimos 6 meses, ser "caso" no rastreamento de saúde mental, não visitar amigos, ter problemas de visão, ter história de derrame, não visitar parentes e ter avaliação pessimista da saúde ao se comparar com seus pares. CONCLUSÕES: As características identificadas que se associaram à dependência moderada/grave sugerem uma complexa rede causal do declínio da capacidade funcional. Pode-se supor, entretanto, que ações preventivas especificamente voltadas para certos fatores podem propiciar benefícios para o prolongamento do bem estar da população idosa.

  14. Exposição ao ruído ocupacional como fator de risco para acidentes do trabalho Occupational noise as a risk factor for work-related injuries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar se a exposição ocupacional ao ruído é fator de risco relevante para acidentes do trabalho. MÉTODOS: Estudo de caso-controle de base populacional. Os dados foram coletados entre 16/5/2002 e 15/10/2002, na cidade de Botucatu, Estado de São Paulo. Os casos foram definidos como trabalhadores que sofreram acidentes ocupacionais típicos nos últimos 90 dias, identificados por intermédio de amostragem aleatória sistemática de domicílios residenciais. Os controles foram trabalhadores não acidentados, aleatoriamente alocados a partir da mesma população que originou os casos, emparelhados na razão 3:1 segundo sexo, faixa etária e setor censitário de moradia. Ajustou-se um modelo de regressão logística múltipla, tendo como variável independente a exposição ocupacional ao ruído, controlada por covariáveis de interesse. RESULTADOS: Foram analisados 94 casos e 282 controles. Ajustando-se um modelo de regressão logística condicional múltipla observou-se que trabalhar sempre e às vezes exposto a ruído intenso associou-se a um risco relativo de acidentar-se de 5,0 (IC 95%: 2,8-8,7; pOBJECTIVE: To assess whether exposure to occupational noise is an important risk factor for work-related injuries. METHODS: A population-based case-control study was performed. Data collection was carried out from May 16, 2002 to October 15, 2002 in the city of Botucatu, southeast Brazil. Cases were defined as workers who had suffered typical work-related injuries in a 90-day period previously to the study, and who identified through systematic random sampling of their households. Controls were non-injured workers randomly sampled from the same population, matched on 3:1 ratio according to sex, age group and census track. A multiple logistic regression model was adjusted, where the independent variable was exposure to occupational noise, controlled for covariates of interest. RESULTS: A total of 94 cases and 282 controls were analyzed

  15. Fatores de risco para hipertensão arterial e diabete melito em trabalhadores de empresa metalúrgica e siderúrgica Risk factors for hypertension and diabetes mellitus in metallurgic and siderurgic company's workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os fatores associados à hipertensão arterial (HA e ao diabete melito (DM em trabalhadores de empresa metalúrgica e siderúrgica com unidades em São Paulo e Rio de Janeiro, mediante um modelo hierárquico de risco. MÉTODOS: Este é um estudo transversal. Foram obtidas informações sobre variáveis demográficas, ocupacionais, do estilo de vida, perfil lipídico, glicemia de jejum e pressão arterial de 3.777 empregados, e realizadas análise estatística descritiva e análise de regressão logística múltipla hierarquizada. RESULTADOS: A prevalência de HA foi de 24,7%, e a análise de regressão hierarquizada indicou que sexo masculino e idade acima de quarenta anos apresentaram risco estatisticamente significativo. Independentemente das características demográficas, trabalhar em metalurgia, estresse intenso no trabalho, sedentarismo, consumo de álcool, índice de massa corporal superior a 25, colesterol alterado e triglicérides alterados estiveram associados com a HA. A prevalência de DM foi de 11,5%, e a análise de regressão hierarquizada indicou que sexo masculino e idade acima de quarenta anos apresentaram risco estatisticamente significativo. Independentemente das características demográficas, as mesmas condições estiveram associadas com a DM. CONCLUSÃO: Os dados evidenciaram que o trabalhador acima de quarenta anos é uma prioridade para ações de intervenção que possam favorecer a prevenção dos dois agravos. Nessas ações, deve-se dar atenção especial à alimentação e à prática de exercícios físicos, que favoreceriam o controle da obesidade e da alteração do perfil lipídico.OBJECTIVE: To study the factors associated with arterial hypertension (AH and diabetes mellitus (DM in a metal and steel industry's workers with units in São Paulo and Rio de Janeiro, using a hierarchical risk model. METHODS: This is a cross-sectional study. We obtained information on demographic, occupational and

  16. Are the angiotensin-converting enzime gene and acticity risk factors for stroke? São fatores de risco para acidente vascular cerebral o gene e a atividade da enzima conversora de angiotensina ?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miris Dikmen

    2006-06-01

    Full Text Available Stroke is a multifactorial disease in which genetic factors play an important role. This study was carried out to determine angiotensin-converting enzyme (ACE gene polymorphism in Turkish acute stroke patients and to establish whether there is an association of angiotensin-converting enzyme gene I/D polymorphism with clinical parameters. In this study 185 patients and 50 controls were recruited. We have investigated the association among the allelic distribution of the insertion/deletion (I/D polymorphism of the ACE gene identified by polymerase chain reaction. Distribution of ACE gene I/D genotypes and allele frequencies in patients were not significantly different from controls. D allele frequencies were 57.8% in patients versus 53.0% in controls and I allele 42.2% versus 47% respectively. History of hypertension, stroke, renal, heart and vessel diseases incidence and age, gender, systolic-diastolic blood pressures and creatinine levels were significantly high in patients. But these results and ACE activities had no significant differences among the ACE genotypes in patients and controls. Our results suggest that the ACE gene polymorphism is not associated with the pathogenesis of stroke in Turkish stroke patients.O acidente vascular cerebral (AVC é doença multifatorial em que fatores genéticos desempenham papel importante. Este estudo foi desenvolvido para verificar o polimorfismo do gene da enzima conversora da angiotensina (ECA em pacientes turcos com AVC agudo e estabelecer se existe associação do gene I/D da ECA com parâmetros clínicos. O estudo foi realizado com 185 pacientes e 50 controles. A associação entre a distribuição alélica da inserção / deleção (I/D do polimorfismo do gene da ECA foi estudada pela reação em cadeia da polimerase. A distribuição dos genótipos I/D do gene da ECA e suas freqüências não apresentaram significância estatística quando comparados os pacientes e controles. As freqüências dos

  17. Conhecimento e prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama entre mulheres de 40 a 69 anos Knowledge of and practices regarding risk factors for breast cancer in women aged between 40 and 69 years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Pires Batiston

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar conhecimento e prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama entre usuárias da Estratégia de Saúde da Família (ESF. MÉTODOS: estudo transversal com 393 mulheres com idades entre 40 e 69 anos usuárias da ESF na cidade de Dourados, MS. Realizou-se uma entrevista, por meio de um questionário semi-estruturado, investigando-se variáveis sociodemográficas, história familiar e conhecimento/prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama. A descrição das variáveis foi feita através de frequência simples e porcentagem. A associação do conhecimento sobre os fatores de risco e as variáveis foram verificadas pelo teste exato de Fisher e qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a idade média foi de 52,5 ± 8,1 anos, o tempo médio de estudo foi de 4,4±3,6 anos, 52,4% das mulheres eram pardas/negras e 66,6% possuiam companheiro. Entre as mulheres, 86,5% receberam alguma informação sobre o câncer de mama. Os fatores de risco para a doença eram conhecidos por 54,2% das mulheres. O conhecimento sobre os fatores de risco associou-se com a história familiar (p=0,004 e anos de estudo (p=0,01. Diante dos fatores de risco conhecidos, a frequência de práticas preventivas entre as mulheres foi de 52,2%. CONCLUSÕES: a identificação de variáveis relacionadas a um menor conhecimento sobre a doença pode auxiliar na adoção de estratégias direcionadas aos grupos mais vulneráveis.OBJECTIVES: to investigate knowledge of and practices regarding risk factors for breast cancer among users of the Family Health Strategy (FHS. METHODS: a cross-sectional study was carried out among 393 women aged between 40 and 69 years using the FHS in the city of Dourados, in the Brazilian State of Mato Grosso do Sul. An interview was conducted using a semi-structured questionnaire to investigate socio-demographic variables, family history and awareness/practices regarding the risk factors for breast

  18. Vigilância de Fatores de Risco para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal (2006 Surveillance of risk-factors for chronic diseases through telephone interviews in 27 Brazilian cities (2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erly Catarina Moura

    2008-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever métodos e resultados iniciais do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas não Transmissíveis por Inquérito Telefônico - VIGITEL implantado no Brasil em 2006. MÉTODOS: O VIGITEL estudou amostras probabilísticas da população com 18 ou mais anos de idade residente em domicílios conectados à rede de telefonia fixa de cada uma das capitais dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal (54.369 indivíduos no total, sendo pelo menos 2.000 por cidade. A amostragem foi realizada a partir de cadastros eletrônicos completos das linhas residenciais fixas de cada cidade, envolvendo sorteio de linhas (domicílios e sorteio de um morador por linha para ser entrevistado. O questionário aplicado investigou características demográficas e socioeconômicas, padrão de alimentação e de atividade física, consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas, e peso e altura recordados, entre outros quesitos. Estimativas sobre a freqüência de fatores de risco selecionados, estratificadas por sexo e acompanhadas de Intervalo de Confiança de 95%, foram calculadas para a população adulta de cada cidade empregando-se fatores de ponderação que igualam a composição sociodemográfica da amostra em cada cidade àquela observada no Censo Demográfico de 2000. Estimativas para o conjunto das cidades empregam fator de ponderação adicional que leva em conta a população de adultos de cada cidade. RESULTADOS: Os cinco fatores de risco selecionados (tabagismo, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, excesso de peso, consumo de carnes com excesso de gordura e sedentarismo tenderam a ser mais freqüentes em homens do que em mulheres. Dentre os fatores de proteção, o consumo regular de frutas e hortaliças foi mais freqüente em mulheres do que em homens, observando-se situação inversa no caso da atividade física de lazer. Diferenças substanciais na freqüência dos fatores de risco e prote

  19. Cárie precoce na infância: prevalência e fatores de risco em pré-escolares, aos 48 meses, na cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil Early childhood caries: prevalence and risk factors in 4-year-old preschoolers in João Pessoa, Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Gadelha Ribeiro

    2005-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de cárie precoce na infância em crianças de nível sócio-econômico baixo da grande João Pessoa, Paraíba, Brasil, aos 48 meses de idade, pertencentes a uma coorte. Foram analisados os hábitos alimentares, higiene, exposição ao flúor e presença de defeitos de esmalte. Examinaram-se 224 crianças em domicílio, sob luz natural, utilizando-se a técnica joelho-a-joelho. Cada dente foi limpo com gaze estéril, sendo registrados cárie (OMS e defeitos de esmalte (DDE Index. Durante o exame foi aplicado um questionário para obtenção de dados sobre dieta, higiene, uso de flúor e presença de amamentação natural e/ou artificial. Para análise estatística, utilizou-se o programa SAS com teste não paramétrico Mantel-Haenszel. Observou-se que 10,7% e 33,0% da amostra apresentaram cárie precoce e cárie severa, respectivamente. Dentre as crianças examinadas, 79,9% tinham ao menos um dente com defeito de esmalte, sendo este o único fator estatisticamente significante (p The purpose of the present study was to evaluate the prevalence of early childhood caries (ECC, in a cohort of children of low socioeconomic status at 48 months of age in João Pessoa, Paraíba, Brazil, in relation to feeding practices, oral health behaviors, fluoride exposure, and enamel defects. 224 children were clinically examined in the Knee-Knee position at the children's home under natural light. Teeth were dried and cleaned with gauze, and caries (WHO index and defect (DDE Index were determined. Questionnaires on children's oral hygiene and dietary history were completed by parents or guardians. The SAS statistical program was used with the Mantel-Haenszel tests. The results showed a prevalence of 10.7% and 33.0% for ECC and SECC, respectively. Of all the children examined, 79.9% had at least one tooth with enamel defects, which was the only statistically significant factor (p < 0.001 for ECC. The association

  20. Risk factors for osteoporotic fractures and low bone density in pre and postmenopausal women Factores de riesgo para fractura por osteoporosis y baja densidad ósea en mujeres en la pre y post menopausia Fatores de risco para fratura por osteoporose e baixa densidade óssea em mulheres na pré e pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo M Pinheiro

    2010-06-01

    com 4.332 mulheres acima de 40 anos de idade provenientes de atendimento primário de saúde na área metropolitana da Grande São Paulo, SP, entre 2004 e 2007. Dados antropométricos e ginecológicos e relativos a hábitos de vida, fratura prévia, antecedentes pessoais, ingestão alimentar e atividade física foram avaliados por meio de entrevista individual e quantitativa. Fratura por baixo impacto foi definida como decorrente de queda da própria altura ou menos em indivíduos com mais de 50 anos de idade. Modelos de regressão multivariada e logística analisaram, respectivamente, a densidade óssea e a fratura por osteoporose como variáveis dependentes e todas as outras como independentes. O nível de significância estatística estabelecido foi p < 0,05. RESULTADOS: A prevalência de osteoporose e de fraturas por fragilidade óssea foi de 33% e 11,5%, respectivamente. Os principais fatores de risco associados com baixa densidade óssea foram idade (OR = 1,07; IC 95%: 1,06;1,08, menopausa (OR = 2,16; IC 95%: 1,49;3,14, fratura prévia (OR = 2,62; IC 95%: 2,08;3,29 e tabagismo atual (OR = 1,45; IC 95%: 1,13;1,85. Por outro lado, elevado IMC (OR = 0,88; IC 95%: 0,86;0,89, atividade física regular (OR = 0,78; IC 95%: 0,65;0,94 e terapia hormonal atual (OR = 0,43; IC 95%: 0,33;0,56 desempenharam papel protetor. Os fatores de risco significativamente relacionados com fratura por osteoporose foram idade (OR = 1,05; IC 95%: 1,04;1,06, menopausa (OR = 4,12; IC 95%: 1,79;9,48, história familiar de fratura de quadril (OR = 3,59; IC 95%: 2,88;4,47 e baixa densidade óssea (OR = 2,28; IC 95%: 1,85;2,82. CONCLUSÕES: Idade avançada, menopausa, fratura prévia por baixo impacto e tabagismo atual são os principais fatores de risco associados com baixa densidade óssea, a qual se associa com as fraturas por fragilidade óssea. O uso clínico desses parâmetros para identificar mulheres de maior risco para fraturas pode ser uma estratégia interessante para melhorar a

  1. Fatores de risco para a não adesão ao tratamento com terapia antiretroviral altamente eficaz Factores de riesgo para la no-adherencia al tratamiento con terapia anti-retroviral altamente eficiente Risk factors for non-compliance to treatment with highly effective antiretroviral therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rosa Ceccato Colombrini

    2008-09-01

    Full Text Available O estudo objetivou: mensurar a prevalência de não-adesão à terapia anti-retroviral altamente eficaz (HAART em pacientes com AIDS; identificar se alguns fatores relacionados na literatura estavam associados com a não-adesão; estabelecer o valor preditivo dos fatores associados à não-adesão à HAART. Foi realizado um estudo analítico de prevalência (N=60. Foram considerados os três dias anteriores à entrevista e os pacientes classificados como aderentes quando ingeriam 95% ou mais do total de comprimidos prescritos por dia. A adesão foi de 73,3%. A análise de regressão logística multivariada indicou que indivíduos da raça negra apresentaram 6,48 vezes mais risco de não-adesão; aqueles que apresentaram ausência de efeito colateral tiveram um risco 7,6 vezes maior, e a cada comprimido ingerido o risco foi de 1,12. A adesão observada foi maior que a encontrada na literatura. Os fatores sociodemográficos e culturais podem interferir na adesão à HAART.Objetivo del estudio: medir la prevalencia por falta de seguimiento al tratamiento anti-retroviral altamente eficaz (HAART en pacientes con SIDA; identificar si algunos factores relacionados en la bibliografía se encuentran asociados con la falta de seguimiento; establecer el valor preditivo de los factores asociados con la falta de seguimiento al HAART. Para lo cual fue realizado un estudio analitico de prevalencia (N=60, considerándose los tres días anteriores a la entrevista, donde aquellos pacientes con ingesta del 95% o más del total de comprimidos prescritos por día eran clasificados como seguidores del tratamiento. El seguimiento fue de 73,3%. El análisis de regresion logística multi-variable mostró que sujetos de raza negra presentaron 6,48 veces mayor riesgo de no continuar con el tratamiento; aquellos individuos sin efectos colaterales tuvieron un riesgo 7,6 veces mayor, asimismo, cada comprimido ingerido produjo un riesgo de 1,12. El seguimiento observado fue

  2. Risk factors for micro and macrovascular disease in black and white patients with type 2 Diabetes mellitus Comparação de fatores de risco para complicações micro e macrovasculares em pacientes com Diabetes mellitus tipo 2 negros e brancos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Kaercher Kramer

    2009-01-01

    Full Text Available BACKGROUND: The prevalence of chronic complications in type 2 diabetes mellitus (DM is higher in black patients. The reason for this finding is still unknown. The objective of this study was to analyze the micro and macrovascular risk factor profile of type 2 DM patients without advanced diabetic nephropathy according to ethnicity. METHODS: A cross-sectional multicentric regional study was conducted evaluating 780 patients. All patients were submitted to clinical and laboratory evaluation. Ethnicity was self-reported as white (n = 585 or black (n = 195. RESULTS: Black patients had lower triglycerides [115 (35-892 vs. 152 (34-1236 mg/dl; P OBJETIVO: A prevalência das complicações crônicas do Diabetes mellitus (DM é maior nos negros. A razão para esse achado é desconhecida. O objetivo desse estudo é analisar os fatores de risco para doença micro e macrovascular em pacientes com DM tipo 2 de acordo com a etnia. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal avaliando 780 pacientes. Todos pacientes realizaram avaliação clinico/ laboratorial. A etnia foi autoreferida em branca (n = 585 ou negra (n = 195. RESULTADOS: Os pacientes negros apresentaram níveis menores de triglicerídeos [115 (35-892 vs. 152 (34-1236 mg/dl; P <0.001] e maiores de HDL colesterol que os brancos (48.3 ± 13.5 vs. 44.8 ± 12.1 mg/dl; P = 0.002. Não houve diferença entre os grupos quanto à glicemia de jejum, teste A1c, LDL e colesterol total, níveis pressóricos, insulina e Homa-ir. Não houve diferença no uso de medicações (estatinas: 18.5 vs. 19.3%, P = 1.000; fibratos: 1.5 vs. 0.7%, P = 0.680; inibidores da enzima conversora da angiotensina: 39.5 vs. 43.8%, P = 0.375; acido acetilsaliscílico: 29.9 vs. 27.7%, P = 0.673. CONCLUSÃO: Não houve diferença na prevalência dos fatores de risco convencionais para doença micro e macrovascular entre os grupos étnicos. O estudo de fatores não-convencionais e genéticos é essencial para a elucidação dos

  3. Transferência de fatores genéticos de resistência a Hemileia vastatrix para o cultivar mundo novo Transference of the genes SH2 and SH3 for resistance to Hemileia vastatrix to the mundo novo cultivar of C. arabica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Carvalho

    1977-01-01

    Full Text Available Cafeeiros portadores dos fatores genéticos SH2 ou SH2 e SH3, simultaneamente, que conferem resistência a várias raças de Hemileia vastatrix, foram cruzados com plantas selecionadas do cultivar mundo novo de Coffea arabica a fim de se obter, em F2, recombinações com resistência a esse patógeno e elevada produtividade. Analisaram-se 14 populações F2 segregando apenas para o fator SH2, oito para os fatores SH2 e HS3, e três populações que dão, em sua descendência, plantas do grupo A, resistentes a todas as raças do patógeno até agora conhecidas. De 22.356 cafeeiros originalmente plantados em ensaio, a duas mudas por cova, em parcelas casualizadas, fez-se uma primeira seleção deixando apenas um cafeeiro por cova, reduzindo-se para 11.178 as plantas em estudo. Com base no aspecto vegetativo, na produtividade, na ausência de defeitos nos frutos e na reação de resistência ao agente causal da ferrugem, realizaram-se sucessivas seleções escolhendo-se finalmente, apenas 100 cafeeiros do tipo mundo novo e resistentes a H. vastatrix para derivação das populações F2 e prosseguimento da seleção.Coffee trees homozygous for the alleles SH2 or SH2 and SH3 which confer resistance to several physiological races of Hemileia vastatrix, were crossed to selected plants of Mundo Novo cultivar of Coffea arabica and the F2 generations were studied aiming to develop new high yielding and resistant coffee recombinations. A complete randomized field trial was stablished including 14 F2 populations segregating for SH2, eight populations segregating for SH2 and SH3 genes, and three populations segregating for plants of the A group of reaction to the H. vastatrix attack. A total of 22,356 F2 plants were analysed. Based on the plant vigor, yield capacity, percentage of normal developed seeds and resistance reaction to H. vastatrix, three successive series of selection were undertaken leaving only 100 coffee trees for development of F3 populations

  4. Risk factors for chronic non-communicable diseases and the CARMEN Initiative: a population-based study in the South of Brazil Fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis e a Iniciativa CARMEN: estudo de base populacional no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Fernandes Capilheira

    2008-12-01

    Full Text Available The CARMEN Initiative is a strategy of the Pan American Health Organization and the World Health Organization that proposes population-based interventions to reduce risk factors for chronic non-communicable diseases (CNCD by approaching them simultaneously. The present study aims to provide a baseline for further interventions by the CARMEN Initiative based on a cross-sectional population-based study of 3,100 adults (>20 years old in Pelotas, a city in the South of Brazil. Prevalence of smoking, physical inactivity, diabetes mellitus, hypertension, and excess weight were studied and presented separately and aggregated in various combinations. The most frequent risk factor was physical inactivity (73.2%, followed by excess weight (48.1%. Women were less active and thinner than men. More than half of the sample showed two or three risk factors (53.4%. The combination of physical inactivity and excess weight was observed in 34.7% of the sample, while 10.8% presented physical inactivity, excess weight, and hypertension concurrently. The accumulation of risk factors for CNCD is frequent in the study population and the identification of the most common combinations is essential for planning future interventions.A Iniciativa CARMEN é uma estratégia da Organização Pan-Americana da Saúde e da Organização Mundial da Saúde de combate às doenças crônicas não-transmissíveis, que prevê intervenções populacionais para a redução simultânea de seus fatores de risco. Pretende-se fornecer uma linha de base para intervenções da Iniciativa CARMEN valendo-se de um estudo de base populacional com 3.100 adultos (> 20 anos, moradores de Pelotas, Rio Grande do Sul. Os fatores estudados foram: tabagismo, sedentarismo, diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica e excesso de peso, sendo descritos acumulados, isoladamente e em combinações. O sedentarismo foi o fator de risco mais prevalente (73,2%, seguido do excesso de peso (48,1%. As

  5. Desigualdades de sexo e escolaridade em fatores de risco e proteção para doenças crônicas em adultos Brasileiros, por meio de inquéritos telefônicos Gender and schooling inequalities in risk and protective factors for chronic diseases among Brazilian adults, through telephone survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Analisar os fatores de risco e proteção para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT e identificar as desigualdades sociais na sua distribuição entre adultos brasileiros. MÉTODOS: Os dados utilizados foram coletados em 2007, por meio do VIGITEL, inquérito telefônico contínuo, em todas as capitais dos estados do Brasil, tendo sido analisadas pouco mais de 54.000 entrevistas. Foi calculada a razão de prevalência ajustada por idade, e as tendências em diversos níveis de escolaridade foram calculadas utilizando a regressão de Poisson com modelos lineares. RESULTADOS: Foram descritas diferenças na prevalência de fatores de risco e proteção para DCNT, por sexo e escolaridade. Entre homens, as prevalências do excesso de peso, consumo de carnes com gordura aparente e dislipidemia foram maiores na faixa de maior escolaridade, enquanto o uso do tabaco, estilo de vida sedentário e hipertensão arterial foram menores. Entre as mulheres, o uso do tabaco, excesso de peso, obesidade, hipertensão e diabetes foram menores na faixa de maior escolaridade. O consumo de carnes com gorduras visíveis e estilos de vida sedentários foram maiores na faixa de maior escolaridade. Quanto aos fatores de proteção, o consumo de frutas e verduras e atividade física aumentaram em homens e mulheres com o aumento da escolaridade. CONCLUSÃO: Sexo e escolaridade exercem influência nos fatores de risco e proteção para DCNT, com valores mais desfavoráveis para os homens. O VIGITEL é uma ferramenta importante no monitoramento destes fatores junto à população brasileira.OBJECTIVES: To assess risk and protective factors for chronic noncommunicable diseases (CNCD and to identify social inequalities in their distribution among Brazilian adults. METHODS: The data used were collected in 2007 through VIGITEL, an ongoing population-based telephone survey. This surveillance system was implemented in all of the Brazilian State capitals, over 54

  6. Modelo hierarquizado: uma proposta de modelagem aplicada à investigação de fatores de risco para diarréia grave Hierarchical model: a proposal for model to be applied in the investigation of risk factors for dehydrating diarrhea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra C Fuchs

    1996-04-01

    Full Text Available Os estudos epidemiológicos de doenças que acometem as crianças geralmente envolvem grande número de variáveis. As associações entre potenciais fatores de risco e doença freqüentemente são avaliadas através de modelagem estatística sem descrição das estratégias empregadas. No estudo realizado apresenta-se uma abordagem hierarquizada aplicada à avaliação de fatores de risco para diarréia grave. As variáveis foram hierarquicamente agrupadas em características socioeconômicas, ambientais, reprodutivas maternas, nutricionais e demográficas. Na análise univariada todas as variáveis associaram-se com diarréia grave. Em cada bloco selecionaram-se fatores de confusão através de um algoritmo, utilizando-se o processo retrógado de seleção, através do módulo em passos, segundo um p=0,10. Os fatores de risco foram avaliados através de regressão logística após o ajuste para fatores de confusão de cada conjunto e para aqueles hierarquicamente superiores. As variáveis incluídas no modelo permitiram identificar corretamente uma proporção elevada de casos (gamma=0,74 e todos os blocos contribuíram significativamente para a modelagem.In epidemiological investigations of infant diseases, data are usually collected on a large set of variables. The associations between presumptive risk factors and the outcome is commonly evaluated through statistical modeling, but the model-building strategies are seldom described. In the project, data collected in a case-control study of risk factors for dehydrating diarrhea in infants have been used to present a hierarchized approach to the assessment of risk factors. The variables were grouped into a hierarchy of categories, ranging from distal determinants to proximate ones. These categories included, in this order, socioeconomic, environmental, reproductive maternal, nutritional and demographic sets. According to the univariate analyses all variables were associated with the outcome. As

  7. Fatores motivacionais de jovens atletas de vôlei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Tavares da Silva Campos

    2011-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar o quanto os fatores motivacionais determinam a permanência de jovens atletas no voleibol de alto nível e compará-los quanto ao gênero e categoria. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação do questionário de Escala de Motivos para a Prática Esportiva (EMPE a 96 jovens atletas de vôlei de quadra (46 meninas e 50 meninos. Os fatores que mais motivaram os atletas para a prática do vôlei foram: aperfeiçoamento técnico, saúde e afiliação. Na comparação quanto ao gênero, com exceção dos fatores saúde e status, as atletas apresentaram maiores índices de motivação do que os atletas. Comparando os fatores motivacionais segundo a categoria, todos os itens analisados, exceto afiliação, motivam da mesma forma os atletas.

  8. Desenvolvimento de instrumento para medida dos fatores psicossociais determinantes do comportamento de atividade física em coronariopatas Desarrollo de un instrumento para la medida de los factores psicosociales determinantes del comportamiento de la actividad física en individuos con coronariopatía Development of an instrument to measure psychosocial determinants of physical activity behavior among coronary heart disease patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Della Rosa Mendez

    2010-09-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo apresentar o desenvolvimento, a análise de conteúdo e da confiabilidade do Questionário para identificação dos fatores psicossociais determinantes do comportamento de atividade física em coronariopatas, baseado na extensão da Teoria do Comportamento Planejado. O instrumento foi submetido à validade de conteúdo, com realização de sua avaliação por três juízes e pré-teste com cinco sujeitos, até mostrar-se conceitualmente adequado e compreensível aos sujeitos entrevistados. Foi aplicado em 51 sujeitos para a avaliação preliminar da consistência interna, por meio da determinação do coeficiente alfa de Crombach. Foram observados coeficientes alfa de Crombach >0,75 para os constructos Intenção, Atitude, Norma Subjetiva, Autoeficácia e Hábito. O instrumento desenvolvido mostrou evidências de validade de conteúdo e de confiabilidade.Este estudio tuvo como objetivo presentar el desarrollo, el análisis de contenido y de confiabilidad del Cuestionario para la identificación de los factores psicosociales determinantes del comportamiento de actividad física en pacientes afectados de coronariopatías, basado en la extensión de la Teoría del Comportamiento Planificado. Se sometió la validez del contenido del instrumento a la evaluación por parte de tres jueces y pre test con cinco sujetos, hasta mostrarse conceptualmente adecuado y comprensible para los sujetos entrevistados. Fue aplicado en 51 sujetos para la evaluación preliminar de consistencia interna, a través de la determinación del coeficiente Alfa de Cronbach. Fueron observados coeficientes Alfa de Cronbach >0,75 para los constructos Intención, Actitud, Norma Subjetiva, Autoeficacia y Hábito. El instrumento desarrollado evidenció la validez de su contenido, así como su confiabilidad.The aim of this study was to report the development and the analysis of content validity and reliability of the Psychosocial Determinants of

  9. Gastrosquise: Avaliação Pré-Natal dos Fatores Prognósticos para Sobrevida Pós-Natal Gastroschisis: Prenatal Evaluation of Prognostic Factors for Postnatal Outcome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Patroni

    2000-08-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a evolução de 24 casos de gastrosquise, em relação aos fatores prognósticos pré-natais que interferiram na sobrevida pós-natal. Pacientes e Métodos: foram avaliados 24 casos de gastrosquise diagnosticados no Setor de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas da FMUSP, durante um período de 8 anos. Foram classificados em gastrosquise associada, quando presentes outras malformações, e isolada. Nos dois grupos foram analisados parâmetros referentes às alças intestinais dilatadas na avaliação ultra-sonográfica (dilatação >18 mm, complicações obstétricas e resultados pós-natal. Resultados: foram observados 9 casos de gastrosquise associada (37,5% e 15 casos de gastrosquise isolada (62,5%. Todos os casos de gastrosquise associada foram de prognóstico letal, levando a uma alta taxa de mortalidade geral de 60,8%. Do grupo de gastrosquises isoladas, todos nasceram vivos e foram submetidos a cirurgia, com taxa de sobrevida de 60% e mortalidade pós-natal de 40%. A mediana da idade gestacional foi de 35 semanas e o peso no nascimento de 2.365 gramas no grupo geral. Nas gastrosquises isoladas, o parto prematuro ocorreu em 10 casos, principalmente decorrente de complicações obstétricas. Dois recém-nascidos foram considerados pequenos para a idade gestacional e apenas 3 apresentaram peso no nascimento >2.500 gramas. O oligoidrâmnio foi um achado comum (46,6%, sendo mais freqüente no grupo que evoluiu para óbito neonatal (66,7%. A avaliação ultra-sonográfica das alças intestinais demonstrou que em 13 de 15 casos (86,6% as alças eram dilatadas, mas sem relação significativa com o prognóstico e achados pós-natais. Não houve diferença significativa em relação a idade gestacional e peso no nascimento, comparando os grupos de vivos e óbitos neonatais. Conclusões: as gastrosquises isoladas apresentam um melhor prognóstico quando comparadas às associadas, sendo de suma importância a sua diferencia

  10. Morphofunctional malignancy grading is a valuable prognostic factor for colorectal cancer Graduação morfofuncional de malignidade como valioso fator prognóstico para o câncer colorretal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Gonçalves Priolli

    2010-09-01

    âncer colorretal. OBJETIVO: Analisar características funcionais e morfológicas do câncer colorretal para identificar padrões de neoplasia que modificam a sobrevida. MÉTODOS: Quarenta e cinco pacientes com adenocarcinoma colorretal foram seguidos por no mínimo 3 anos. Níveis séricos de antígeno carcinoembrionário (CEA foram mensurados por quimioluminescência e a análise imunoistoquímica da expressão tecidual do antígeno por meio de processamento de imagem assistida por computador. Tumores foram divididos em três classes morfofuncionais. A classificação morfofuncional foi baseada na combinação entre grau histológico e polarização do CEA celular. A polarização do CEA foi classificada em bem polarizada, moderadamente polarizada e não-polarizada. O estádio morfofuncional foi definido pela associação entre as classes morfofuncionais (polarização e grau histopatológico e pontuação dada a cada uma das classificações. RESULTADOS: Houve associação entre aumento de expressão de CEA tecidual e perda do grau de diferenciação (P = 0.01 ou perda da capacidade de polarização (P = 0.03. Houve aumento progressivo dos níveis de proteínas teciduais em acordo com o sistema de classificação morfofuncional proposto. Níveis plasmáticos de CEA estavam aumentados com a progressão dos estádios tumorais (P = 0.001. Houve relação entre sobrevida e estádio morfofuncional (P = 0.005. CONCLUSÃO: Estádio morfofuncional é um valioso fator prognóstico para o câncer colorretal e se correlaciona com níveis séricos de CEA.

  11. Trigger factors in migraine patients Fatores desencadeantes de enxaqueca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Timy Fukui

    2008-09-01

    Full Text Available BACKGROUND: Migraine is a chronic neurological disease with several trigger factors, including dietary, hormonal and environmental factors. PURPOSE: To analyse precipitating factors in a sample of migraine patients. METHOD: Two hundred consecutive migraine patients were interviewed about possible trigger factors for migraine attacks. RESULTS: Most patients showed at least one dietary trigger, fasting was the most frequent one, followed by alcohol and chocolate. Hormonal factors appeared in 53% , being the pre-menstrual period the most frequent trigger. Physical activities caused migraine in 13%, sexual activities in 2.5% and 64% reported emotional stress a trigger factor. 81% related some sleep problem as a trigger factor. Regarding environmental factors, smells were reported by 36.5%. CONCLUSION: Trigger factors are frequent in migraine patients, its avoidance may decrease headache frequency and also improve patients' quality of life.INTRODUÇÃO: A enxaqueca é uma doença neurológica crônica que apresenta diversos desencadeantes como fatores alimentares, hormonais e ambientais. OBJETIVO: Analisar os fatores desencadeantes em uma amostra de pacientes com enxaqueca. MÉTODO: Duzentos pacientes com diagnóstico de enxaqueca foram questionados sobre fatores que pudessem desencadear suas crises. RESULTADOS: 83,5% apresentaram algum fator alimentar, jejum foi o fator mais freqüente, seguido de álcool e chocolate. Dos fatores hormonais, o período pré-menstrual foi o mais freqüente. Atividade física causou enxaquecas em 13%, atividade sexual em 2,5%, estresse em 64% e 81% relataram o sono como fator desencadeante. Em relação aos fatores ambientais, odores foram desencadeantes em 36,5%. CONCLUSÃO: Os fatores desencadeantes são freqüentes em enxaqueca e a sua detecção deve ser pormenorizada para que se reduza a freqüência de crises e melhore a qualidade de vida do paciente.

  12. Fatores de risco para dependência após trauma crânio-encefálico Factores de riesgo para la dependencia despues del trauma crâneo-encefálico Risk factors for dependency after traumatic brain injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Márcia Cardoso de Sousa

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar entre as características das vítimas de trauma crânio-encefálico contuso (idade, sexo, escolaridade, antecedentes, tempo de internação, complicações pós-traumáticas e indicadores da gravidade do trauma e lesão craniana fatores de risco para prognóstico desfavorável. MÉTODOS: análise de 63 vítimas, com idade entre 12 e 65 anos, em seguimento ambulatorial em centro para atendimento de trauma, entre 6 meses e 3 anos após evento traumático. Utilizando-se a regressão logística múltipla foi construído um modelo para condição funcional. RESULTADOS: indivíduos que alcançaram pontuação 5 no máximo Abbreviated Injury Scale da região cabeça tiveram 4,89 vezes mais chance de dependência quando comparados com os que apresentaram escore menor. Vítimas internadas durante 12 dias ou mais mostraram 5,76 vezes mais chance para se tornarem dependentes em relação às demais. CONCLUSÃO: os fatores de risco para dependência foram o máximo Abbreviated Injury Scale da região cabeça e o tempo de internação.OBJETIVO: identificar entre las características de las víctimas con trauma encéfalo craneano (edad, sexo, escolaridad, antecedentes, tiempo de internamiento, complicaciones post traumáticas e indicadores de gravedad del trauma y lesión craneana factores de riesgo para pronóstico desfavorable. METODOS: análisis de 63 víctimas, con edades entre 12 y 65 años, con seguimiento ambulatorio en un centro de atención de trauma, entre 6 meses a 3 años posteriores al evento traumático. Se utilizó la regresión logística múltiple y fue construido un modelo para condición funcional. RESULTADOS: los individuos que alcanzaron puntuación de 5 como máximo en la Abbreviated Injury Scale de la región de la cabeza tuvieron 4,89 veces más oportunidad de dependencia que los que presentaron menor escore. Las víctimas internadas durante 12 días o más mostraron 5,76 veces más oportunidad de tornarse

  13. Resultados do monitoramento dos Fatores de risco e Proteção para Doenças Crônicas Não Transmissíveis nas capitais brasileiras por inquérito telefônico, 2008 Monitoring of Risk and Protective factors for Chronic Non Communicable Diseases by telephone survey in Brazilian State Capitals, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores de risco e proteção para Doenças Crônicas Não Transmissíveis - DCNT nas capitais do Brasil. METODOLOGIA: Foram analisadas informações provenientes do sistema de vigilância de fatores de risco e proteção para DCNT por inquérito telefônico - VIGITEL, em 2008. A amostra foi composta por 54 mil entrevistas sendo as frequências apresentadas para o conjunto das capitais por sexo, faixa etária e escolaridade. RESULTADOS: O estudo mostrou diferenças na prevalência de fatores de risco e proteção de DCNT entre sexos, idade e escolaridade. Os homens apresentaram maiores frequências de fatores de risco como fumo, excesso de peso, consumo de refrigerantes, carnes com excesso de gordura e bebidas alcoólicas. Os homens praticam mais atividade física no lazer. As mulheres se alimentam melhor e referem mais diagnóstico médico de doenças, como hipertensão arterial, dislipidemia e osteoporose, além de estado de saúde ruim. Em geral, os fatores de risco são mais frequentes na população de menor escolaridade. DISCUSSÃO: Estas informações devem redirecionar a implementação das políticas públicas com foco em um modo de viver mais saudável e escolhas individuais mais adequadas por parte da população adulta brasileira.OBJECTIVE: To estimate the prevalence of protective and risk factors for the most important chronic non communicable diseases in all Brazilian capitals, including the Federal District. METHODS: Data used were collected in 2008 through VIGITEL, an ongoing population-based telephone survey surveillance system implemented in all Brazilian State capitals since 2006. In 2008, over 54,000 interviews were completed over the phone with a random sample of individuals living in all 27 capitals. RESULTS: The analyses showed differences in the prevalence of determinants of chronic diseases by demographic characteristics such as gender, age and schooling. Men were more likely to be current smokers

  14. Risk and prognostic factors for diarrheal disease in Brazilian infants: a special case-control design application Fatores de risco e prognósticos para diarréia entre crianças brasileiras: uma aplicação especial do delineamento de casos e controles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Costa Fuchs

    2002-06-01

    realizadas por entrevistadoras treinadas. Utilizou-se análise hierarquizada no controle de fatores de confusão. Calcularam-se razões de odds e intervalos de confiança de 95% através de regressão logística condicional. O emparelhamento de diferentes combinações de casos e controles permitiu invetigar fatores de risco para diarréia grave, fatores prognósticos e fatores de risco para diarréia leve. Baixo peso de nascimento, déficit altura-idade e ausência de aleitamento materno foram simultaneamente fatores de risco e prognóstico para diarréia.

  15. Factores de riesgo para complicaciones en el periodo de recuperación post anestésica en el paciente anciano Fatores de risco para complicações no período de recuperação pós anestésica no paciente idoso Risk factors for complications in the post anesthesia period in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Yovana Quispe Mendoza

    2010-11-01

    Full Text Available Objetivos. Identificar los factores de riesgo para complicaciones en el periodo de recuperación post anestésica en el paciente anciano. Metodología. Estudio descriptivo retrospectivo. Los datos fueron recolectados de las historias clínicas de pacientes ancianos. Resultados. Se estudiaron 110 pacientes que tuvieron este perfil: sexo masculino (56.4%, hipertensos (32.7% y fueron clasificados en ASA II (60.0%. En cuanto al intraoperatorio: fueron sometidos a cirugía abdominal (53.6%, les administraron anestesia general (50.9%, estuvieron durante la cirugía posición de decúbito dorsal (81.8% y el período intraoperatorio fue inferior a tres horas (62.7%. Las complicaciones más frecuentes fueron: hipotermia (55.5%, dolor (43.6% y aumento de la presión arterial (36.4%. Conclusión. Se evidenció la importancia de la visita preoperatoria con la finalidad de evaluar los factores de riesgo que puedan influenciar en el procedimiento quirúrgico.Objetivos. Identificar os fatores de risco para complicações no período de recuperação pós anestésica no paciente idoso. Metodologia. Estudo descritivo retrospectivo. Os dados foram coletados das histórias clínicas de pacientes idosos. Resultados. Estudaram-se 110 pacientes que tiveram este perfil: sexo masculino (56.4%, hipertensos (32.7% e foram classificados em ASA II (60.0%. Quanto ao intra-operatório: foram submetidos a cirurgia abdominal (53.6%, administraram-lhes anestesia geral (50.9%, estiveram durante a cirurgia posição de decúbito dorsal (81.8% e o período intra-operatório foi inferior a três horas (62.7%. As complicações mais freqüentes foram: hipotermia (55.5%, dor (43.6% e aumento da pressão arterial (36.4%. Conclusão. Evidenciou-se a importância da visita pré-operatória com a finalidade de avaliar os fatores de risco que possam influenciar no procedimento cirúrgico.Objective. To identify the risk for complications in the post anesthesia recovery period in elderly

  16. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes na América do Sul: uma revisão sistemática da literatura Prevalence of and risk factors for cigarette smoking among adolescents in South America: a systematic literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C. Malcon

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência do tabagismo em adolescentes e os fatores associados ao tabagismo nesse grupo etário na América do Sul. MÉTODOS: Foram pesquisadas as bases de dados MEDLINE (1966-2002 e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciencias da Saúde ("Lilacs" (1982-2002, além de documentos governamentais e não-governamentais e sites na Internet. Foram identificados 315 artigos, dos quais 45 foram considerados relevantes para o presente trabalho. RESULTADOS: Em todos países estudados, foi grande a variação nos níveis de prevalência; tal variação dependeu, em parte, do grupo etário enfocado e da definição de fumante utilizada no estudo. O hábito de fumar entre irmãos e amigos foi o principal fator de risco para tabagismo na adolescência. O baixo rendimento escolar, a idade mais avançada, o sexo masculino, o trabalho remunerado e a separação dos pais também foram identificados como fatores de risco. CONCLUSÃO: São necessários mais estudos de base populacional representativos dessa faixa etária e critérios uniformes para definir os fumantes.OBJECTIVE: To describe the prevalence of teenage smoking and the factors associated with smoking in this age group in South America. METHODS: Searches for articles concerning teenage smoking in Latin America were conducted in two bibliographic databases: MEDLINE (1966-2002 and Latin American and Caribbean Literature on the Health Sciences ("LILACS" (1982-2002. We also reviewed governmental and nongovernmental documents and Web sites. From the 315 articles that we identified, we considered 45 to be relevant for this paper. RESULTS: In each of the countries that we studied, there was often a wide range found in prevalence levels, depending in part on the particular age range studied and on the definition of smokers that was used. The leading risk factor for teenage smoking was smoking among siblings and friends. Additional risk factors were poor academic performance

  17. Fatores motivacionais de jovens atletas de vôlei

    OpenAIRE

    Campos,Lívia Tavares da Silva; Vigário,Patrícia dos Santos; Lürdof,Sílvia Maria Agatti

    2011-01-01

    O estudo objetivou identificar o quanto os fatores motivacionais determinam a permanência de jovens atletas no voleibol de alto nível e compará-los quanto ao gênero e categoria. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação do questionário de Escala de Motivos para a Prática Esportiva (EMPE) a 96 jovens atletas de vôlei de quadra (46 meninas e 50 meninos). Os fatores que mais motivaram os atletas para a prática do vôlei foram: aperfeiçoamento técnico, saúde e afiliação. Na comparação ...

  18. Identificação de fatores para a implementação de técnicas de gestão de portfólio de projetos: estudo de caso em uma empresa global do setor químico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Andreatta Barros

    2009-11-01

    Full Text Available Técnicas para seleção de portfólio são importantes ferramentas de diferenciação competitiva. Porém, geralmente são processos complexos, demorados que requerem um enorme número de informações, nem sempre facilmente disponíveis. A escolha dos projetos corretos torna-se uma tarefa fundamental para o sucesso da organização. Este trabalho busca, por meio de um estudo de caso, identificar os fatores para a implementação de técnicas da gestão de portfólio encontrados na literatura e compará-las às práticas de uma multinacional com foco em inovação de seus produtos. Verificou-se que aspectos como ouvir a voz dos clientes, alinhamento estratégico dos projetos, processos sistêmicos para gestão da inovação são pontos fundamentais de diferenciação competitiva.

  19. Fatores de risco para óbito em unidade de terapia intensiva neonatal, utilizando a técnica de análise de sobrevida Risk factors for neonatal death in neonatal intensive care unit according to survival analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana de Paula Risso

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores de risco associados ao óbito de recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital Universitário de Taubaté, SP. MÉTODOS: É um estudo longitudinal com informações obtidas dos prontuários dos recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal, do Hospital Universitário da Universidade de Taubaté. A variável dependente foi o tipo de desfecho: alta ou óbito. As variáveis independentes foram variáveis maternas e gestacionais: idade materna, hipertensão, diabetes, terapia com corticóide e parto; variáveis do recém-nascido: peso ao nascer, duração da gestação, escore de Apgar no primeiro e quinto minutos de vida, nascimento múltiplo, malformações congênitas e sexo; variáveis relativas à internação: relato de ventilação mecânica, ventilação pressão positiva, relato de nutrição parenteral prolongada, sepse, entubação, massagem cardíaca, fototerapia, doença da membrana hialina, oxigênioterapia, tempo de internação e fração inspirada de oxigênio. Foi construído um modelo de forma hierarquizada em três níveis para análise de sobrevida, através do modelo de Cox; o programa computacional utilizado foi o Stata v9 e permaneceram no modelo final as variáveis com pOBJECTIVE: To identify risk factors associated with death of infants admitted to neonatal intensive care unit of Taubaté University Hospital. METHODS: It is a longitudinal study with information obtained from medical records of newborns admitted to the neonatal intensive care unit of Taubaté University Hospital. Type of outcome, discharge or death, was dependent variable. The independent variables were maternal and gestational variables: maternal age, hypertension, diabetes, corticosteroid therapy and delivery; variables of the newborn: birth weight, gestation length, Apgar score in the first and fifth minutes of life, multiple birth, congenital malformations and sex

  20. Fatores de risco não habituais para metástase linfonodal no câncer do colo do útero Unusual risk factors for lymph node metastasis in cancer of the uterine cervix

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Humberto Tavares Guerreiro Fregnani

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar as variáveis associadas às metástases nos linfonodos pélvicos em pacientes com carcinoma do colo do útero nos estádios IB e IIA. MÉTODOS: Estudaram-se 289 pacientes admitidas no Departamento de Ginecologia do Centro de Tratamento e Pesquisa Hospital do Câncer A. C. Camargo com carcinoma invasor do colo do útero (IB e IIA no período de 1980 a 1999 e que foram submetidas à cirurgia radical. A coleta de dados foi realizada a partir dos prontuários e da revisão de cortes histológicos dos colos de útero e dos linfonodos, sendo registrados dados sociodemográficos (idade ao diagnóstico, cor da pele, clínicos (estádio da doença, taxa de hemoglobina pré-operatória e índice de massa corpórea e histopatológicos (tipo histológico, grau histológico, índice mitótico, embolização em capilares linfáticos e/ou sangüíneos, invasão perineural, profundidade de invasão do tumor no estroma cervical, intensidade da reação inflamatória no colo do útero, necrose tumoral, tamanho do tumor, invasão dos ligamentos cervicais laterais e do corpo do útero e status linfonodal. A associação entre a presença de metástase linfonodal e as diversas variáveis foi avaliada pelo teste de Qui-quadrado, pelo teste exato de Fisher e pela regressão logística múltipla. RESULTADOS: Encontrou-se metástase nos linfonodos pélvicos em 65 pacientes (22,5%. Foram identificados os seguintes fatores de risco para metástase linfonodal na análise multivariada: taxa de hemoglobina OBJECTIVE: To investigate the variables associated with pelvic lymph node metastasis in patients with carcinoma of the uterine cervix at stages IB and IIA. METHODS: The study was carried out with 289 patients with invasive carcinoma of the uterine cervix (IB and IIA who underwent radical surgery, admitted to the Gynecology Department of the Treatment and Research Center of the Hospital do Câncer A. C. Camargo, between 1980 and 1999. Data were

  1. Identification of factors and groups at risk of infection with Schistosoma mansoni: a strategy for the implementation of control measures? Identificação de fatores e grupos de risco de infecção com Schistosoma mansoni: uma estratégia para implementação de medidas de controle?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Coura-Filho

    1994-06-01

    Full Text Available A fourteen year schistosomiasis control program in Peri-Peri (Capim Branco, MG reduced prevalence from 43.5 to 4.4%; incidence from 19.0 to 2.9%, the geometric mean of the number of eggs from 281 to 87 and the level of the hepatoesplenic form cases from 5.9 to 0.0%. In 1991, three years after the interruption of the program, the prevalence had risen to 19.6%. The district consists of Barbosa (a rural area and Peri-Peri itself (an urban area. In 1991, the prevalence in the two areas was 28.4% and 16.0% respectively. A multivariate analysis of risk factors for schistosomiasis indicated the domestic agricultural activity with population attributive risk (PAR of 29.82%, the distance (Um programa de controle da esquistossomose mansoni em Peri-Peri, (Capim Branco, MG, durante catorze anos reduziu a prevalência de 43,5 para 4,4%; a incidência de 19,0 para 2,9%: a média geométrica do número de ovos de 281 para 87 e o índice da forma hepatoesplênica de 5,9 para 0,0%. Em 1991, após três anos de interrupção do programa, a prevalência subiu para 19,6%. Neste distrito que é formado pelas localidades de: Barbosa (rural e Peri-Peri propriamente dita (urbana, em 1991, as prevalências foram respectivamente de 28,4% e 16,0%. A análise multivariada de fatores de risco para a infecção esquistosomótica apontou a atividade agrícola peridomiciliar com risco atribuível populacional (RAP de 29,93%, a distância (< 10m da residência à fonte de água natural (RAP = 25,93% e pescar semanalmente (RAP = 17,21% como sendo responsáveis por infecções na área rural. As medidas de controle apontadas para esta área foram: irrigação não artesanal e afastamento das valas de irrigação para mais de dez metros das residências. Na urbana, foi observado que nadar semanalmente (RAP = 20,71%, exercer atividade agrícola peridomiciliar diariamente (RAP = 4,07% e não ter água potável intradomiciliar (RAP = 4,29% foram responsáveis por infecções. Para a

  2. Fatores que contribuíram para a falência de uma indústria de componentes plásticos, coletados pela análise de relatórios contábeis - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v9n27p61-77

    OpenAIRE

    Michele Patricia Roncalio; Rodrigo Valverde da Silva; Luiz Alberton; Guilherme Júlio da Silva

    2011-01-01

    Em 2005 entrou em vigor no Brasil a Lei nº 11.101, também denominada nova Lei de Falência. Dentre as principais alterações implementadas pela nova Lei destacam-se a extinção da concordata, substituída pelo instituto da  recuperação de empresa, e a conferência de uma maior importância aos relatórios contábeis. A presente pesquisa pretende responder à seguinte problemática: quais fatores coletados a partir das demonstrações contábeis contribuíram para a falência de uma indústria de plásticos lo...

  3. Fotoexposição e fatores de risco para câncer da pele: uma avaliação de hábitos e conhecimentos entre estudantes universitários Photoexposure and risk factors for skin cancer: an evaluation of behaviors and knowledge among university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Gagliardi Castilho

    2010-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: O câncer da pele é a neoplasia mais frequente no Brasil. Compreender as atitudes que influenciam a proteção e a exposição aos raios solares é extremamente importante para sua prevenção. OBJETIVOS: Avaliar hábitos de fotoexposição e fotoproteção, bem como conhecimento de fatores de risco para câncer da pele, tendo por fim delinear os padrões de comportamento dos jovens perante os efeitos solares. MÉTODOS: Distribuíram-se questionários autoaplicativos a 368 universitários, na faixa etária dos 20 anos, dos cursos de Medicina, Educação Física, Direito e Comunicação Social de instituição de ensino privada em Taguatinga (DF. RESULTADOS: O uso diário de fotoprotetor foi significativamente maior entre as mulheres. A prática de bronzeamento artificial foi baixa (3,5%, referida apenas por mulheres. O uso de filtro solar com fator de proteção maior do que 15 ou igual a 15 foi referido por 278 estudantes. De modo geral, mais de 90% dos estudantes acreditam na associação entre radiação ultravioleta e câncer da pele. Apesar disso, apenas 43,5% acreditam na genética como fator de risco. Entre os que rejeitam a hipótese do fator de risco genético para carcinogênese cutânea, 86,2% são acadêmicos das Ciências Humanas (Direito e Comunicação Social. CONCLUSÃO: Esses dados permitem orientar medidas nos níveis individual e coletivo, colaborando para a prevenção de lesões cutâneas.BACKGROUND: Skin cancer is the most common neoplasm in Brazil. It is extremely important to understand the attitudes that influence protection from and exposure to the sun's ultraviolet rays in order to prevent this clinical condition. OBJECTIVES: To evaluate photoexposure and photoprotection habits and knowledge of risk factors for skin cancer, with the purpose of describing behavioral patterns of university students in relation to the effects of the sun. METHODS: Self-administered questionnaires were distributed to 368

  4. Prevalência de fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis: impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física de praticantes de futebol society

    OpenAIRE

    Pontes, Luciano Meireles de; Sousa, Maria do Socorro Cirilo de; Lima, Roberto Teixeira de; Campos, Roberto Dimas; Gomes, Enéas Ricardo de Moraes; Santos, Geraldo Luís dos; Nascimento, João Agnaldo do

    2006-01-01

    O objetivo do estudo foi identificar a prevalência de fatores de risco (FR) para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) em praticantes de futebol society e o impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física. MÉTODOS: Amostra: 45 indivíduos (38,6 ± 7,4 anos), divididos em dois grupos: Experimental (G1 = 22) e Controle (G2 = 23). O G1 submeteu-se a um programa de treinamento de três sessões semanais em dias alternados com duração de 90 ...

  5. Exploração de fatores de risco para câncer de mama em mulheres de etnia Kaingáng, Terra Indígena Faxinal, Paraná, Brasil, 2008 Exploring breast cancer risk factors in Kaingáng women in the Faxinal Indigenous Territory, Paraná State, Brazil, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edimara Patrícia da Silva

    2009-07-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi analisar a saúde das mulheres Kaingáng da Terra Indígena Faxinal, Paraná, Brasil, quanto aos fatores de risco para o câncer de mama. O estudo, de caráter descritivo-exploratório, foi realizado com 95,4% da população feminina com vinte anos ou mais. O aleitamento materno por mais de 1 ano foi relatado por 92,3% das mulheres; 41,4% tinham mais de cinco filhos; a idade média da menarca foi 13,4 anos; 61,5% nunca tinham ouvido falar do câncer de mama; o auto-exame da mama era realizado por apenas 2,9% das mulheres; o médico não realizava o exame clínico da mama, segundo 81,7% delas, e 99% nunca fizeram mamografia. Não foi relatado caso de câncer de mama ou extramamário. Destacaram-se a presença dos fatores de proteção para a carcinogênese e a ausência de alguns fatores de risco, como o uso de terapia de reposição hormonal por mais de cinco anos e etilismo, na maioria das mulheres Kaingáng.This study analyzes the health of Kaingáng women in the Faxinal indigenous territory in Paraná State, Brazil, with regard to risk factors for breast cancer. A descriptive and exploratory investigation was undertaken that included 95.4% of females 20 years or over. Data showed that 92.3% of Kaingáng women reported breastfeeding for more than one year; 41.4% had more than 5 children; mean age at menarche was 13.4 years; 61.5% had never heard of breast cancer; breast self-examination was only performed by 2.9%; 81.7% reported no clinical breast examination by a physician; 99% had never had a mammogram. No cases of breast or non-breast cancer were reported. The study highlights protective factors against carcinogenesis and the absence of key risk factors like hormone replacement therapy for more than five years and alcohol consumption in most Kaingáng women.

  6. Fatores de risco para doença arterial coronariana em pacientes admitidos em unidade de hemodinâmica Factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en pacientes de una unidad de hemodinamia Risk factors for coronary artery disease in patients admitted in hemodynamics unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Karolina Echer Ferreira Feijó

    2009-12-01

    Full Text Available O estudo transversal objetivou identificar os fatores de risco (FR para doença arterial coronariana (DAC em pacientes submetidos a procedimentos cardíacos em unidade de hemodinâmica. Incluíram-se 302 pacientes com idade de 62±11 anos, predominantemente brancos 270 (89% e do sexo masculino 172 (57%. O FR de maior prevalência foi o sedentarismo 227 (75%, seguido de hipertensão 220 (73%, dislipidemia 150 (50,5%, obesidade 87 (29%, diabetes mellitus 81 (27%, tabagismo 77 (25,5%, consumo de álcool 67 (22% e alimentação pobre em frutas e verduras 15 (5%. A correlação entre o número de FR e as variáveis - escolaridade, renda, idade, estado civil, atividade profissional e sexo -, além do número de procedimentos a que foram submetidos, comparado àqueles que apresentavam número superior a cinco FR para DAC, não foi significativa; no entanto, existe uma associação positiva, reforçando a importância de estratégias que visem à diminuição ou eliminação dos FR modificáveis.Estudio transversal cuyo objetivo fue evaluar la prevalencia de factores de riesgo (FR para enfermedad arterial coronaria (EAC en pacientes sometidos a procedimientos cardíacos en una unidad de hemodinamia. Se incluyeron 302 pacientes de 62±11 años, predominantemente blancos (270, 89% y de sexo masculino (172, 57%. El FR más prevalente fue sedentarismo (227, 75%, seguido de hipertensión (220, 73%, dislipidemia (150, 50.5%, obesidad (87, 29%, diabetes mellitus (81, 27%, tabaquismo (77, 25.5%, consumo de alcohol (67, 22% y alimentación pobre en frutas y verduras (15, 5%. La correlación entre el número de FR y las variables analizadas (escolaridad, salario mínimo, edad, estado civil, actividad profesional y sexo, además del número de procedimientos a los que fueron sometidos comparados con aquellos que presentaban más que cinco FR para EAC, no fue significativo; sin embargo, existe una asociación positiva, reforzando la importancia de estrategias que

  7. Fatores de risco para lesões intra-epiteliais cervicais, freqüência e tipos de Papilomavírus Humano (HPV) em gestantes infectadas pelo vírus na imunodeficiência humana (HIV)

    OpenAIRE

    da Conceição Ribes Amorim Bezerra Brandão, Virgínia

    2008-01-01

    A infecção genital pelo Papilomavírus Humano (HPV) é uma das doenças sexualmente transmissíveis (DST) mais freqüentes e o principal fator etiológico do câncer cervical. Capaz de desenvolver Lesões Intra-epiteliais Cervicais (LIE), precursoras do câncer cervical, o HPV é mais diagnosticado em mulheres portadoras do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). O objetivo deste estudo foi avaliar, por meio de técnicas de biologia molecular, a freqüência da infecção pelo HPV, em mulheres imunodeprimid...

  8. A interferência do estresse no trabalhador de enfermagem no ambiente hospitalar e sua relação como fator de risco para a ocorrência de câncer The interference of stress on worker nursing in hospital environment and its relation as a risk factor for th

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Maiara Ferreira Barreto

    2016-04-01

    Full Text Available Objetivos: identificar as interferências do estresse na saúde do trabalhador de Enfermagem do ambiente hospitalar; descrever os problemas relacionados ao estresse na saúde deste trabalhador e avaliar a relação do estresse como fator de risco à propensão ao câncer na saúde do trabalhador de Enfermagem do ambiente Hospitalar. Método: caracteriza-se por uma pesquisa exploratório-descritiva de abordagem qualitativa e foi aprovada pelo Comitê de Ética e pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense sob o nº CAAE 05818412.4.0000.5243. Resultados: observou-se que os profissionais de enfermagem dos setores pesquisados, sofrem diversas situações de estresse no seu ambiente de trabalho, sobrecarregando-os e estressando-os. Conclusão: muito deve ser feito para evitar as situações estressantes, tanto para o profissional de enfermagem como outros profissionais, uma vez que o estresse ocupacional pode ocasionar problemas graves para a saúde do trabalhador. Descritores: Enfermagem do trabalho; Esgotamento profissional; Saúde do trabalhador; Câncer ocupacional; Licença médica.

  9. Risk factors associated with death in patients who initiate treatment for tuberculosis after two different follow-up periods Fatores de risco associados com o óbito em pacientes que iniciam o tratamento para a tuberculose após dois diferentes períodos de seguimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Pessoa Militão de Albuquerque

    2009-12-01

    para o óbito por tuberculose numa coorte de pacientes que iniciaram o tratamento na cidade do Recife. METODOLOGIA: Uma coorte de pacientes com tuberculose recém-diagnosticada foi acompanhada a partir do início do tratamento (2001-2003 até junho de 2007. A probabilidade de sobrevida foi calculada através do Kaplan-Meier e realizou-se a análise de regressão de Cox para a identificação dos fatores de risco para o óbito. RESULTADOS: A probabilidade de sobrevida após o início do tratamento ao final do período de seguimento foi de 95,9%. Idade mais avançada, sorologia positiva para HIV e demora em iniciar o tratamento estiveram estatisticamente associadas com o óbito por tuberculose em um ano de acompanhamento. Quando a análise foi realizada considerando o tempo total de acompanhamento, além das variáveis anteriores, encontramos também perda de peso no inicio do tratamento e história de tratamento prévio. CONCLUSÃO: A análise com maior período de seguimento e mais específica para mortes por tuberculose possibilitou a identificação de um maior número de fatores de risco, que não seriam detectados caso o seguimento tivesse ocorrido apenas até a alta do tratamento. Esses resultados podem guiar intervenções factíveis para os serviços de saúde visando reduzir a mortalidade por tuberculose.

  10. Prevalência e fatores de risco para hipertensão em uma população urbana brasileira Prevalencia y factores de riesgo para hipertensión en una población urbana brasilera Hypertension prevalence and risk factors in a Brazilian urban population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Paulo Cipullo

    2010-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Os estudos disponíveis não analisaram de modo abrangente os vários fatores envolvidos na gênese da hipertensão (HT, especialmente a associação entre pressão arterial, excreção urinária de sódio e disfunção renal. OBJETIVO: Avaliar a prevalência dos fatores de risco para HT em diferentes grupos etários em uma amostra representativa da uma população urbana brasileira. MÉTODOS: A população estudada (1.717 indivíduos adultos foi avaliada por grupos etários: 18 a 39 anos; 40 a 49; 50 a 59; 60 a 69 e > 70 anos. As médias das variáveis quantitativas e as variáveis categóricas dos grupos normotenso e hipertenso foram comparadas. RESULTADOS: A prevalência geral ajustada para HT foi de 25,23%. A prevalência aumentou com a idade e era mais alta em indivíduos com baixo nível educacional. Índice de massa corporal e circunferência abdominal aumentados estavam positivamente associados com uma maior prevalência de HT. Havia uma associação positiva significante entre HT e excreção urinaria de sódio. Os indivíduos hipertensos apresentavam maior frequência de disfunção renal, definida como clearance de creatinina FUNDAMENTO: Los estudios existentes no han analizado de modo amplio los varios factores comprendidos en la génesis de la hipertensión (HT, especialmente la asociación entre presión arterial, excreción urinaria de sodio y disfunción renal. OBJETIVO: Evaluar la prevalencia de los factores de riesgo para HT en diferentes grupos etarios, en una muestra representativa de una población urbana brasilera. MÉTODOS: La población estudiada (1.717 individuos adultos fue evaluada por grupos etarios: 18 a 39 años; 40 a 49; 50 a 59; 60 a 69 y > 70 años. Se compararon los promedios de las variables cuantitativas y las variables categóricas de los grupos normotenso e hipertenso. RESULTADOS: La prevalencia general ajustada para HT fue del 25,23%. La prevalencia aumentó con la edad y era más alta en

  11. Fatores de risco para mortalidade em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica Factores de riesgo para mortalidad en octogenarios sometidos a cirugía de revascularización miocárdica Risk factors for mortality in octogenarians undergoing myocardial revascularization surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaac Newton Guimarães

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Idade maior a 80 anos não é, por si só, o único fator de risco para a mortalidade em revascularização miocárdica. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a mortalidade em pacientes octogenários submetidos a revascularização miocárdica. MÉTODOS: Estudamos 164 pacientes, com idade igual ou maior a 80 anos. As variáveis estudadas foram: sexo, idade (em anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE, reoperação, cirurgia de emergência, número de artérias revascularizadas, uso da artéria torácica interna esquerda (ATIE, uso de circulação extracorpórea (CEC, cirurgia associada, revascularização da artéria interventricular anterior (AIVA e uso de balão intra-aórtico (BIA. A análise estatística foi feita por meio de análises descritiva, univariada e multivariada por regressão logística. Foram considerados significância estatística os valores de p FUNDAMENTO: Edad mayor a 80 años no es, por si sola, el único factor de riesgo para la mortalidad en revascularización miocárdica. OBJETIVO: Identificar factores de riesgo para la mortalidad en pacientes octogenarios sometidos a revascularización miocárdica. MÉTODOS: Estudiamos 164 pacientes, con edad igual o mayor a 80 años. Las variables estudiadas fueron: sexo, edad (en años, fracción de eyección del ventrículo izquierdo (FEVI, reoperación, cirugía de emergencia, número de arterias revascularizadas, uso de la arteria torácica interna izquierda (ATII, uso de circulación extracorpórea (CEC, cirugía asociada, revascularización de la arteria interventricular anterior (AIVA y uso de balón intraaórtico (BIA. El análisis estadístico fue hecho por medio de análisis descriptivo, univariado y multivariado por regresión logística. Fueron considerados de significación estadística los valores de p BACKGROUND: The complexity of reentrant circuits related to ventricular tachycardias decreases the success rate of radiofrequency

  12. Uso da regressão de Cox para estimar fatores associados a óbito neonatal em UTI privada Uso de la regresión de Cox para estimar factores asociados a óbito neonatal en UTI privada The use of Cox regression to estimate the risk factors of neonatal death in a private NICU

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Maria M. M. Lanfranchi

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar os fatores de risco associados ao óbito até 28 dias após o nascimento de recém-nascidos internados entre os anos de 2005 a 2007 em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de hospital privado no Município de Taubaté, usando a análise de regressão de Cox. MÉTODOS: Estudo epidemiológico do tipo longitudinal. Os dados foram obtidos de prontuários de todos os recém-nascidos internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2007. Foram obtidas variáveis maternas e relativas ao recém-nascido, sendo o desfecho primário a mortalidade neonatal. Foi feita a análise univariada, utilizando teste do qui-quadrado, risco relativo e gráfico de Kaplan-Meier para cada variável separadamente. A análise multivariada foi realizada por meio da regressão de Cox para verificar a associação de fatores maternos e neonatais ao desfecho primário. RESULTADOS: Foram estudados 185 neonatos, dos quais 10,5% foram a óbito antes do 28º dia de vida. As variáveis que se associaram de modo significante ao óbito no modelo de Cox foram: peso OBJETIVO: Estimar los factores de riesgo asociados al óbito hasta 28 días después del nacimiento de recién-nacidos inter-nados entre los años de 2005 y 2007 en una Unidad de Terapia Intensiva de un hospital privado en el Municipio de Taubaté (São Paulo, Brasil, usando el análisis de regresión de Cox. MÉTODOS: Estudio epidemiológico de tipo longitudinal. Los datos fueron obtenidos de prontuarios de todos los recién-nacidos internados en las UTI neonatal privadas en el periodo de enero/2005 a diciembre/2007. Se obtuvieron variables tanto maternas como relativas al recién-nacido y categorizadas, siendo el desfecho primario la mortalidad neonatal. Se realizó el análisis univariado utilizando la prueba de chi cuadrado, el riesgo relativo y la gráfica de Kaplan-Meier para cada variable en separado. El análisis multivariado fue realizado por

  13. Fatores antinutricionais em plantas forrageiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natanael de Souza Silva

    2012-12-01

    Full Text Available As análises bromatológicas definem a qualidade nutricional das forragens: degradabilidade ruminal, digestibilidade e composição química. No entanto, existem compostos denominados de antinutricionais (limitam a ingestão e a digestão das forragens que não são determinados pelas análises convencionais. Os fatores antinutricionais são de natureza química ou estrutural. Os principais fatores químicos limitantes das forragens são os alcalóides, compostos fenólicos e substâncias terpênicas, enquanto que os estruturais são a arquitetura tissular, as células lignificadas e a sílica. Desta forma, com o presente trabalho objetiva-se apresentar os principais fatores antinutricionais em plantas forrageiras relatados na literatura. Futuras pesquisas envolvendo a avaliação de plantas forrageiras devem levar em conta uma série de características, dentre estas: seus aspectos agronômicos e bromatológicos, sua natureza estrutural, presença de matabólitos secundários e desempenho animal, visando com isso, avaliar o seu real potencial nutritivo.

  14. Gravidez na adolescência e outros fatores de risco para mortalidade fetal e infantil no Município do Rio de Janeiro, Brasil Teenage pregnancy and other risk factors for fetal and infant mortality in the city of Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Fernandes Viellas de Oliveira

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo foi identificar o efeito da gravidez na adolescência e outros fatores de risco para a mortalidade fetal e infantil no Município do Rio de Janeiro, Brasil. O estudo foi desenvolvido em uma amostra de nascimentos do município, e as variáveis de exposição foram organizadas em níveis de hierarquia. Para óbito fetal, pré-natal adequado revelou efeito protetor, e morbidade materna aumentou seu risco. No óbito neonatal, pré-natal adequado e recém-nascido do sexo feminino foram fatores de proteção. No entanto, cor da pele da mãe preta ou parda, história prévia de nascido morto, morbidade materna e agressão física na gestação elevaram o risco. O baixo peso e a prematuridade foram corroborados como determinantes do óbito fetal e neonatal. No óbito pós-neonatal, o risco foi mais elevado na presença de maior número de gestações anteriores, morbidade na gestação e o baixo peso ao nascer. A gravidez na adolescência surgiu com um efeito direto para o óbito pós-neonatal. Os achados reafirmam a relevância das políticas sociais e de saúde voltadas para os adolescentes e a melhoria da atenção pré-natal.This article analyzes teenage pregnancy and other risk factors for fetal and infant mortality in the city of Rio de Janeiro, Brazil. The study included a sample of births in Rio de Janeiro, and exposure variables were organized hierarchically. For fetal death, the results showed the protective effect of adequate prenatal care, while maternal morbidity increased the risk. For neonatal death, adequate prenatal care and female gender in the newborn were protective factors, while black or brown maternal skin color, history of stillbirth, maternal morbidity, and physical aggression during the index pregnancy increased the risk. Low birth weight and prematurity were corroborated as determinants of fetal and neonatal death. Risk of post-neonatal death was highest with increased parity, intra-gestational morbidity, and low

  15. Prevalence of risk factors for breast neoplasm in the city of Maringá, Paraná state, Brazil Prevalencia de factores de riesgo para el cáncer de mama en el municipio de Maringá, en el estado de Paraná, Brasil Prevalência de fatores de risco para o câncer de mama no município de Maringá, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Carvalho de Matos

    2010-06-01

    fatores de risco para o câncer de mama em mulheres de 40 a 69 anos, no município de Maringá. Foi realizado estudo analítico, exploratório, de corte transversal, tipo inquérito populacional domiciliar. O estudo foi realizado com 439 mulheres entre 40 e 69 anos. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares, armazenados no programa Statisitical Package for the Social Sciences (SPSS e apresentados em forma de frequência absoluta e relativa. A maior parte das mulheres estudadas pertence à raça branca, com média de idade de 52 anos. Dentre os fatores de risco identificados destaca-se o grande número de mulheres acima do peso. Ressalta-se a importância da implementação de ações que visem a identificação dos fatores de risco modificáveis para o desenvolvimento do câncer de mama para, com isso, diminuir o número de adoecimento e morte por essa patologia.

  16. Risk factors for sternal wound infections and application of the STS score in coronary artery bypass graft surgery Fatores de risco para infecção de ferida esternal e aplicação do escore da STS em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Silvio Farsky

    2011-12-01

    Full Text Available BACKGROUND: Sternal wound infection (SWI after coronary artery bypass graft (CABG surgery is a major complication. Identifying patients at risk of SWI is essential for the application of preventive measures. OBJECTIVE: To identify the pre- and intra-operative risk factors, apply the STS risk score and determine the correlation between the risk score and microorganisms isolated from surgical wounds in a Brazilian hospital. METHODS: This is a retrospective analysis of a database of all CABG surgeries performed in a single institution from 2006 to 2008. Chi-square analysis was used for categorical variables and Student's t-test was used for quantitative variables. Multivariate logistic regression model was used to identify independent risk factors for SWI. P 40 kg/m² (OR 6.27, 95%CI 2.53-15.48; P40 kg/m², number of affected coronary arteries and use of bilateral internal thoracic artery were associated with a higher risk of infection. The STS risk score can be successfully used and there was no correlation between microorganisms, the score and risk factors at our institution.FUNDAMENTO: A infecção de ferida operatória esternal após cirurgia de revascularização miocárdica (CRM é uma grave complicação. Identificar pacientes com risco elevado é fundamental para introdução de medidas de preventivas. OBJETIVO: Identificar os fatores de risco pré e intra-operatórios, avaliar o escore de risco da STS e correlação entre o escore e os microorganismos isolados em ferida operatória em hospital brasileiro. MÉTODOS: Análise retrospectiva de um banco de dados prospectivamente coletado de todas as CRM realizadas em centro único, no período de 2006 a 2008. Teste do qui-quadrado foi utilizado para variáveis categóricas e teste t-Student, para variáveis quantitativas. Modelo multivariado por regressão logística foi utilizado para identificação de fatores de risco independente para infecção de ferida esternal. P40 kg/m² (OR 5,38; IC

  17. Avaliação de fatores de ambiente e estimativas de parâmetros genéticos para a característica dias para o parto na raça Nelore Environmental effects and genetic parameters estimates for days to calving in Nelore cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Forni

    2006-08-01

    Full Text Available Dados de um rebanho comercial da raça Nelore foram analisados com os objetivos de avaliar a influência de fatores ambientais e estimar parâmetros genéticos para a característica dias para o parto (DPP. Foram utilizados modelos fixos que incluíram os efeitos de grupo de contemporâneos, sexo do bezerro, idade da vaca no início da estação de monta, mês do parto anterior e peso do bezerro desmamado no final da estação de monta (apenas este último efeito não influenciou a característica significativamente. Duas definições de grupo de contemporâneos foram consideradas: a primeira definida pelas informações fazenda, ano e estação de monta, grupos de manejo (nascimento, desmama e reprodução e tipo de serviço (monta natural, monta controlada ou inseminação artificial; e a segunda, pelas mesmas informações mais o sexo do bezerro. As análises genéticas foram realizadas com conjuntos de dados que incluíram ou não os animais sem registros de parto. Quando incluídos, o valor de DPP atribuído a esses animais foi igual ao maior valor observado dentro do grupo de manejo somado a 21 dias. Os componentes de variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita utilizando-se modelos animal unicaracterística. A inclusão do efeito aleatório de ambiente permanente nos modelos foi avaliada mediante o "Likelihood Ratio Test". As herdabilidades estimadas variaram entre 0,01 e 0,11 e a inclusão do efeito de ambiente permanente nos modelos foi significativa, de modo que a exclusão deste efeito superestimou a variância genética aditiva. A metodologia aplicada para penalizar os animais que não pariram não melhorou a identificação das diferenças genéticas entre eles. Os resultados indicaram que, como grande parte das características reprodutivas em bovinos, a DPP sofre grande influência do ambiente.Data from a Nelore population was used to evaluate environmental effects and to estimate genetic parameters for days

  18. Alterações citopatológicas e fatores de risco para a ocorrência do câncer de colo uterino Alteraciones citopatológicas y factores de riesgo para la ocurrencia del cáncer de cuello de útero Citopathological alterations and risk factors for uterine cervical neoplasm

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Cristina Castanho Sabaini de Melo

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar alterações citopatológicas e fatores de risco para o câncer de colo uterino em mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde de um município de pequeno porte do norte do Paraná, de 2001 a 2006. Trata-se de um estudo observacional transversal descritivo. A coleta de dados foi realizada com os resultados dos exames, prontuários e entrevistas. Foram realizados 6.356 exames e 65(1,02% apresentaram alterações. Dos exames realizados, 4.869 (70,8% foram em mulheres de 25 a 59 anos. 38,5% dos exames apresentaram Neoplasia Intraepitelial Cervical (NIC I, 32,3% NIC II e 18,5% NIC I e Papiloma Vírus Humano (HPV. Foram entrevistadas 25 mulheres, a maioria apresentou algum fator de risco como: tabagismo, doenças sexualmente transmissíveis, uso de anticoncepcional hormonal, número de parceiros, início precoce da atividade sexual. Conclui-se pela necessidade de ações educativas mais efetivas no sentido de reduzir as alterações principalmente entre as mulheres adolescentes.El objetivo del estudio fue verificar alteraciones citopatológicas y factores de riesgo para la ocurrencia del cáncer de cuello de útero en mujeres atendidas por el Sistema Único de la Salud de una ciudad de pequeño porte en la Región Norte de la Provincia del Paraná, Brasil en el período de 2001 al 2006. Se trata de un estudio observacional transversal descriptivo. La colección de los datos fue realizada con los resultados de los exámenes, prontuarios y entrevistas. Fueron realizados 6.356 exámenes y 65(1,02% presentaron alteraciones. De los exámenes hechos 4.869 (70,8% fue compuesto de mujeres con edad entre los 25 a los 59 años. Un total de 38,5% de los exámenes presentaron Neoplasia Intra-epitelial del Cuello Uterino (NIC I, 32,3% NIC II y 18,5% NIC I y Virus de Papiloma Humano (HPV. Fueron entrevistadas 25 mujeres, la mayoría presentó factores de riesgo como: tabaquismo, enfermedades de transmisión sexual, uso de

  19. Social contextual factors contributing to child and adolescent labor: an ecological analysis Factores sociocontextuales para el trabajo del niño y del adolescente: un análisis ecológico Fatores sociocontextuais para o trabalho da criança e do adolescente: uma análise ecológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Sousa Santana

    2011-08-01

    , BA, entre 2000 e 2002. A seleção das áreas e a identificação das famílias foram realizadas por amostragem por conglomerados. Entrevistas domiciliares foram realizadas com questionários individuais. A incidência cumulativa anual do trabalho de crianças e adolescentes foi estimada para cada área. Crianças e adolescentes que se tornaram trabalhadores ao longo dos dois anos de seguimento do estudo foram considerados casos novos. A incidência cumulativa anual do trabalho de crianças e adolescentes foi analisada como variável resposta e fatores contextuais foram as preditoras (ausência de apoio social, deprivação social e famílias não-estruturadas, percepção de violência, má qualidade das escolas e dos serviços públicos, e existência de problemas ambientais na vizinhança. Regressão linear múltipla foi utilizada para análise. RESULTADOS: Foram encontradas 943 famílias com 1.326 crianças e adolescentes não trabalhadores de 8 a 17 anos. Ausência de apoio social, deprivação social e percepção de violência na vizinhança associaram-se positivamente ao trabalho de crianças e adolescentes quando analisadas separadamente. Ausência de apoio social e percepção de violência foram positivamente associadas com o desfecho na regressão linear múltipla. Má qualidade da escola e dos serviços públicos urbanos e a existência de problemas ambientais e familiares não apresentaram associação. CONCLUSÕES: Programas que visem à redução da pobreza podem atuar positivamente nos fatores contextuais considerados. Programas de pacificação em áreas violentas, assim como o fortalecimento das redes sociais nas comunidades, podem contribuir para a diminuição do trabalho de crianças e adolescentes.

  20. Plasmid composition and virulence-associated factors of Yersinia pestis isolates from a plague outbreak at the Paraíba State, Brazil Composição plasmidial e fatores associados à virulência em cepas de Yersinia pestis de um surto de peste no Estado da Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilma Cintra Leal

    1989-10-01

    Full Text Available Pathogenic Yersinia pestis isolates were collected during a plague outbreak at the Paraiba State in 1986. The Y. pestis isolates were investigated for the presence of virulence-associated factors and plasmid content. All strains analysed were proficient in the expression of the VW and fraction 1 antigens, pigment adsorption and pesticin-fibronolysin-coagulase production. A similar plasmid profile composed by four plasmid with molecular weight of 60, 44, 14.9, and 6.4 Megadaltons (MD was found in all strains. DNA cleavage with EcoRI restriction enzyme further demonstrated the uniform plasmid content of the Y. pestis isolates. Seven additional Y. pestis strains, previously isolated in the same region but in an endemic state, showed the same plasmid fingerprint. The lack of any detectable difference between epidemic and endemic isolates as well as the value of plasmid fingerprints in epidemiology of Y. pestis is discussed.Cepas patogênicas de Yersinia pestis foram coletadas durante um surto de peste no Estado da Paraíba em 1986. Os isolados de Y. pestis foram analisados quanto a presença de fatores associados à virulência e conteúdo plasmidial. Todas as linhagens analisadas foram proficientes na expressão dos antígenos VW e fração 1, além de possuírem capacidade de adsorção de pigmentos e produção de pesticina-fibrinolisina-coagulase. Um perfil plasmidial semelhante composto por quatro plasmídeos com peso molecular de 60, 44, 14.9, e 6.4 MD foi encontrado em todas as linhagens. A clivagem do DNA plasmidial com a enzima de restrição EcoRI demonstrou o conteúdo plasmidial uniforme dos isolados de Y. pestis. Sete outras linhagens de Y. pestis, isoladas previamente no mesmo local mas em condição endêmica, mostraram o mesmo perfil plasmidial. A falta de diferenças entre os isolados epidêmicos e endêmicos assim como o uso do perfil plasmidial na epidemiologic de Y. pestis e discutida.

  1. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade Risk factors for acute respiratory disease hospitalization in children under one year of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Elaine Cardozo Macedo

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães de casos e controles. Os dados foram submetidos à análise univariada, bivariada e multivariada por meio de regressão logística para avaliação dos fatores de risco sobre o desfecho de interesse. RESULTADOS: Foram analisadas 777 crianças, sendo 625 casos e 152 controles. Na análise bruta, os fatores de risco associados ao desfecho foram: sexo masculino, faixa etária menor de seis meses, aglomeração familiar, escolaridade materna, renda familiar, condições habitacionais inadequadas, desmame precoce, tabagismo materno, uso de bico, história de hospitalização e antecedentes de sintomas respiratórios. O trabalho materno foi fator de proteção para internação por doença respiratória aguda. Na análise multivariada, permaneceram associadas: ausência de ou baixa escolaridade materna (OR=12,5, história pregressa de sibilância (OR=7,7, desmame precoce (OR=2,3, uso de bico (OR=1,9, mãe fumante (OR=1,7, idade abaixo de seis meses (OR=1,7 e sexo masculino (OR=1,5. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram a importância dos aspectos sociais e comportamentais da família, assim como morbidade respiratória anterior da criança como fatores de risco para hospitalização por doen