WorldWideScience

Sample records for farinha da casca

  1. DESENVOLVIMENTO DE CUPCAKE ADICIONADO DE FARINHA DA CASCA DE BANANA: CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS E QUÍMICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kennyara Henriqueta de CARVALHO

    2012-08-01

    Full Text Available O Brasil sendo o maior produtor mundial de banana torna-se relevante no aproveitamento integral dessa fruta. A casca, muitas vezes desprezada, pode ser aproveitada para diversificar as refeições, elaborar diferentes pratos e para melhorar nutricionalmente a qualidade dos alimentos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a aceitabilidade sensorial de cupcakes adicionados de farinha de casca de banana (FCB, bem como analisar a composição química do produto com maior adição de FCB e boa aceitação sensorial. Cinco formulações de cupcakes adicionados de FCB foram elaboradas, sendo: uma padrão (F1, sem FCB, e as demais adicionadas de 2,5% (F2, 4,0% (F3, 5,5% (F4 e 7,0% (F5 de FCB. Os resultados da avaliação sensorial mostraram que, em geral, níveis de até 7,0% de adição de farinha de casca de banana apresentaram escores satisfató- rios nos atributos sensoriais avaliados. Entretanto, F5 foi aquela que mais se assemelhou aos resultados de F1. Na análise química observou-se aumento (p<0,05 nos teores de calorias, lipídios e fibras, com diminuição de carboidratos. Conclui-se que a farinha de casca de banana pode ser adicionada em produtos como bolos e similares, podendo ser of erecidos aos consumidores, reduzindo-se o desperdí- cio de alimentos, apresentando também boa possibilidade de industrialização.

  2. Efeito da substituição parcial da farinha de trigo por farinha de casca de batata (Solanum Tuberosum Lineu Effect of the partial replacement of wheat flour for potato skin flour (Solanum Tuberosum L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Felicori Fernandes

    2008-12-01

    Full Text Available O aproveitamento dos subprodutos da agroindústria de alimentos diminui os custos da produção, aumenta o aproveitamento total do alimento e reduz o impacto que esses subprodutos podem causar ao serem descartados no ambiente. Dessa forma, alguns subprodutos da batata são aproveitados e transformados em ingredientes alimentícios, como é o caso da casca. Neste estudo utilizou-se a casca de batata para produção de farinha visando a sua utilização em produtos de panificação, sendo utilizadas as seguintes porcentagens na composição da farinha mista: 0-50-50%; 3-47-50%; 6-44-50%; 9-41-50% e 12-38-50% de farinha de casca de batata, farinha de trigo branca e farinha de trigo integral, respectivamente. Foram realizadas análises físico-químicas na farinha de casca de batata, análises físicas na farinha de casca, nas farinhas de trigo branca e integral e análises reológicas nas farinhas mistas. A farinha de casca de batata apresentou bons teores de fibras e minerais, e dentro deste último, destacam-se os teores de fósforo, cálcio e magnésio. Quanto à granulometria e à diferença de cor, as farinhas de casca de batata e a farinha de trigo integral apresentaram valores mais próximos uma da outra. À medida que se aumentou a substituição da farinha de trigo branca pela farinha de casca de batata, as análises reológicas indicaram uma queda na qualidade tecnológica das massas.Reusing some agro-industrial food by-products lower the production costs, increase efficient food utilization, and reduce the impact that these sub-products cause if discarded in the environment. Thus, some potato by-products are reused utilized and transformed into food ingredients, such as potato skin. In this study, potato skin was utilized for the production of flour to be used in bakery products. The following percentages were utilized in the composition of the mixed flour: 0-50-50%; 3-47-50%; 6-44-50%; 9-41-50%, and 12-38-50% of potato skin flour, white

  3. Investigação da atividade antihiperglicemiante da farinha da casca de Passiflora edulis Sims, Passifloraceae, em ratos diabéticos induzidos por aloxano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Braga

    Full Text Available O presente estudo objetivou a modelagem farmacodinâmica da ação antihiperglicemiante da farinha da casca de maracujá (Passiflora edulis Sims, Passifloraceae em ratos diabéticos induzidos por aloxano. Os animais foram divididos em três grupos (n = 9: grupo diabético tratado com 20 mg/kg, 40 mg/kg ou 160 mg/kg da farinha. As amostras sanguíneas foram coletadas da veia lateral da cauda e a glicemia foi determinada com auxílio de um glucômetro em 0, 1, 2, 4 e 6 h após o tratamento via oral. Observou-se que o efeito antihiperglicemiante da farinha da casca de maracujá foi dependente da dose, obtendo um efeito expressivo observado em quatro horas para todas as doses, sendo mais pronunciado na dose de 160 mg/kg. O efeito, expresso como redução da glicemia basal em relação ao tempo zero, pode ser modelado através de um modelo dose-efeito clássico, o qual permitiu a determinação do efeito máximo (Emax e da dose necessária para alcançar 50% deste efeito (DE50. Após a modelagem dos dados, obteve-se um valor de Emax = 58,41% e de DE50 = 23,61 mg/kg. Esta abordagem pode permitir a comparação do efeito antihiperglicemiante de Passiflora edulis com outras espécies que apresentem atividade sobre a redução da glicemia, mediada pela presença de fibras solúveis.

  4. DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE DE BOLOS ENRIQUECIDOS COM FARINHA DA CASCA DO MARACUJÁ (PASSIFLORA EDULIS COMO FONTE DE FIBRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anny Alves MIRANDA

    2013-04-01

    Full Text Available A farinha da casca do maracujá (FCM, considerada resíduo agroindustrial, contém alto teor de fibras e pode servir para o enriquecimento de produtos alimentí- cios, principalmente sob a forma de farinha (FCM. Nesse sentido, este estudo desenvolveu e testou a aceitação de bolos enriquecidos com FCM a fim de aproveitar sua fibra alimentar considerada funcional. O estudo foi desenvolvido em uma panificadora em Cachoeira de Pajeú, MG. Quatro formulações de bolo de maracujá baseadas no receituário padrão da panificadora foram testadas, sendo a FCM usada em substituição da farinha de trigo em 0%, 7%, 10% e 14%. O valor nutricional das formulações foi calculado com base na composição química das mesmas. Os bolos foram avaliados por um painel de 50 provadores usando- -se a metodologia do sistema de pontuação global mediante análise sensorial. Usou-se um teste de aceitação com escala hedônica nominal de nove pontos para avaliar os atributos: cor, aroma, textura e sabor. Analisou-se ainda a frequência alimentar dos provadores e intenção de compra do produto. Todas as preparações testadas foram aceitas, mostrando que o enriquecimento de bolos com a FCM é uma opção de baixo custo, para incorporação de fibras na dieta. Além disso, o uso da FCM contribui para redução de impactos ambientais causados por resíduos agroindustriais.

  5. COMPOSIÇÃO CENTESIMAL E PROPRIEDADES FUNCIONAIS TECNOLÓGICAS DA FARINHA DA CASCA DO MARACUJÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. W. S. SOUZA

    2008-12-01

    Full Text Available

    A maior incidência de doenças crônicodegenerativas deve-se, em grande parte, à redução do consumo das fi bras na dieta. Estes nutrientes apresentam efeitos fi siológicos importantes e uma alternativa para aumentar o seu consumo pela população é a utilização de resíduos industriais, como cascas e talos de frutas e vegetais. Este trabalho teve como objetivo analisar a composição centesimal da farinha da casca do maracujá, assim como seu teor de fi bras totais e suas propriedades funcionais tecnológicas, e a partir destes dados avaliar a possibilidade de sua utilização como fonte de fibras no enriquecimento nutricional de produtos. A análise da farinha da casca do maracujá indicou um alto teor de fi bra alimentar (66,37 ± 0,71g/100g e as análises das propriedades funcionais tecnológicas apontaram uma alta capacidade de retenção, absorção e adsorção de água. Assim, conclui-se que a farinha da casca do maracujá tem potencial para ser incluída na dieta como uma fonte de fi bras, podendo ser utilizada no enriquecimento de produtos como pães, biscoitos e barras de cereais, melhorando suas qualidades nutricionais e tecnológicas, além de ser uma alternativa para reduzir o desperdício de subprodutos da indústria alimentícia.

  6. DESENVOLVIMENTO DE BISCOITO RICO EM FIBRAS ELABORADO POR SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DA FARINHA DE TRIGO POR FARINHA DA CASCA DO MARACUJÁ AMARELO (PASSIFLORA EDULIS FLAVICARPA E FÉCULA DE MANDIOCA (MANIHOT ESCULENTA CRANTZ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Carvalho de SANTANA

    2011-08-01

    Full Text Available Estudos epidemiológicos e de consumo têm mostrado signifi cativas mudanças nos hábitos alimentares dos brasileiros, ou seja, cada vez mais alimentos in natura ou ricos em fi bras são substituídos por alimentos calóricos e não nutritivos. Assim, a presente pesquisa teve por objetivo desenvolver biscoito enriquecido com fi bras, de fácil inserção na dieta dos brasileiros. Os biscoitos foram desenvolvidos otimizando-se níveis de adição de fécula de mandioca, farinha da casca do maracujá e açúcar, utilizando-se Metodologia de Superfície de Resposta associada a um planejamento fatorial 23 . Como variável resposta, foi coletada através de testes sensoriais afetivos, a aceitação dos consumidores quanto os parâmetros aparência, aroma, textura, sabor, impressão global e intenção de compra. Os resultados indicaram que a variável independente concentração de açúcar infl uenciou de maneira expressiva a aceitação em relação ao sabor, à aceitação global e à intenção de compra dos consumidores. Desta forma, a formulação otimizada foi considerada a com substituição de 35% da farinha de trigo da formulação padrão por 17,5% de fécula de mandioca e 17,5% de farinha de casca de maracujá e acréscimo de 15% de açúcar sobre a quantidade padrão. Esta formulação continha 4,27g fi bra/100g de biscoito, permitindo que o mesmo fosse considerado fonte de fi bra pela legislação brasileira.

  7. Aplicação de farinha de casca de maracujá em massa alimentícia fresca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Fogagnoli

    2014-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da adição de farinha de casca de maracujá e um emulsificante (estearoil-2-lactil-lactato de sódio nas características de massa alimentícia fresca. Para comparação, uma formulação padrão foi desenvolvida utilizando farinha de trigo, água e emulsificante. Um planejamento fatorial completo 2² foi usado para avaliar a influência dos dois ingredientes (variáveis independentes na taxa de absorção de água durante o cozimento, no aumento de volume, na perda de sólidos e na elasticidade da massa. Variando a concentração de farinha de casca de maracujá de 5,0% para 8,0%, houve aumento de 40% na perda de sólidos e redução de 20% na elasticidade da massa desenvolvida. Com esses resultados, estabeleceu-se a formulação a ser usada, contendo 0,4% de emulsificante e 5% de farinha de casca de maracujá, apresentando na sua composição, em base úmida: 1,34% de gordura; 9,25% de proteína; 0,61% de cinzas; 0,0598% de sódio; 52,45% de carboidratos; e 5,22% de fibras. Amostras de macarrão preparado com as duas formulações (padrão e adicionada de farinha de casca de maracujá foram oferecidas a provadores não treinados para avaliação sensorial. Os resultados do teste de aceitação não mostraram diferença significativa entre elas (p > 0,05 e as duas formulações apresentaram notas entre os termos hedônicos "gostei regularmente" e "gostei muito". O produto final desenvolvido apresentou teor de fibras superior a 3%, podendo ser classificado como fonte de fibras (2,5 gramas de fibras na porção de 80 gramas do macarrão pronto para consumo.

  8. Capacidade antioxidante e composição química da casca de maracujá (Passiflora edulis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Baú Betim Cazarin

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar a composição centesimal da farinha obtida da casca do maracujá e sua atividade antioxidantein vitro, buscando viabilizar suas potencialidades para incorporação em produtos alimentares. Os frutos foram higienizados, as cascas foram separadas da polpa, secas em estufa com circulação de ar e moídas para obtenção de uma farinha. Foi determinada a composição centesimal e os polifenóis presentes na casca foram extraídos por três metodologias, tendo sido quantificados o teor de fenóis totais e a atividade antioxidante por três métodos distintos (sequestro do radical 2,2-difenil-1-picrilhidrazil - DPPH, capacidade antioxidante de redução do ferro - FRAP e capacidade de absorção do radical oxigênio - ORAC. Os resultados mostram que a farinha apresenta elevado teor de fibras (65,22±0,27%, das quais 74% são fibras insolúveis. Embora os resultados do teor de polifenóis indiquem que possivelmente há um predomínio de compostos com características hidrofílicas na casca, visto que a água foi o solvente que apresentou maior rendimento na extração dos fenóis totais, a avaliação da atividade antioxidante dos extratos mostra que o poder antioxidante dos compostos lipofílicos presentes no extrato metanólico/acetona foram superiores ao dos compostos presentes no extrato aquoso e etanólico. Os resultados obtidos no presente estudo demonstram que a casca do maracujá poderia ser utilizada como fonte de fibras e antioxidantes. No entanto, sua incorporação em formulações alimentares deve atentar as suas características físicas, químicas e sensoriais, para garantir seu melhor aproveitamento e aceitação entre os consumidores.

  9. Eficiência da farinha desengordurada de gergelim como complemento protéico da farinha extrudada de caupi1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Arraes Maia

    1999-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi promover uma avaliação nutricional da mistura protéica desengordurada, obtida do gergelim (Sesamum indicum L., com a farinha extrudada do caupi (Vigna unguiculata L. Walp, utilizando-se métodos físicos, bioquímicos, nutricionais e sensoriais. Usando-se semente integral do gergelim, com 54,08% de óleo e 21,83% de proteína, obteve-se a semente descascada com baixa concentração de oxalatos, que foi usada para a produção de farinha desengordurada de gergelim (FDG contendo 2,81% de óleo e 59,16% de proteína. A principal característica desta farinha foi sua alta concentração de aminoácidos sulfurados (30,88 mg/g proteína. Esta FDG foi usada como complemento da proteína da farinha do caupi obtida pelo processo de cozimento por extrusão (FEC, o que ocasionou a inativação de grande parte dos inibidores de tripsina. A proteína da farinha FEC mostrou uma concentração de 24,29%, um baixo conteúdo de aminoácidos sulfurados (17,22 mg/g proteína e alto teor de lisina (58,47 mg/g proteína. O alimento formulado foi considerado de boa qualidade nutricional.

  10. VIABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO DA FARINHA DE TRIGO PELA FARINHA DE ARROZ NA MERENDA ESCOLAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greice Elusa Rathke HEISLER

    2009-06-01

    Full Text Available

    A cultura do arroz tem se mostrado muito promissora, justificando as ações que objetivam tornar mais eficaz sua produção e distribuição. No Brasil, tendo em vista a dependência externa do trigo, um maior emprego da farinha de arroz em produtos de panificação poderia ser uma alternativa interessante. A importância nutricional deste cereal deve-se a expressiva quantidade de calorias que fornece, aliada ao baixo índice glicêmico, que é responsável pela lenta absorção dos carboidratos e maior sensação de saciedade. Adicionalmente, a farinha obtida do arroz, por não conter glúten, pode ser empregada em produtos de panificação destinados à pessoas com necessidades alimentares especiais, como os celíacos. Além disto, possui substâncias tais como o amido resistente, que tem mostrado efeitos benéficos à saúde, especialmente por auxiliar no trânsito intestinal. Apesar de todos os benefícios socioeconômicos e nutricionais, a utilização da farinha de arroz ainda é modesta. Em função disto, objetivou-se verificar a viabilidade da substituição da farinha de trigo por farinha de arroz na formulação de três produtos (cuquinha de banana, bolo de chocolate e torta salgada, utilizados na merenda escolar de crianças de 3 a 5 anos; para tanto, foi analisada a aceitabilidade, através de técnicas sensoriais; os custos e valores nutricionais das preparações. Constatou-se que as preparações a base de farinha de arroz apresentaram total aceitabilidade por parte das crianças; custos ligeiramente superiores às preparações com farinha de trigo, e valor nutricional vantajoso, demonstrando, de um modo geral, a viabilidade para substituição.

  11. Casca do fruto da mamoneira como substrato para as plantas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme E. Machado Lopes

    2011-06-01

    Full Text Available A casca do fruto da mamoneira (CFM é um resíduo gerado, em grande quantidade, no beneficiamento da mamona. O objetivo desta pesquisa foi avaliar as características físicas e químicas da CFM e seu efeito, como substrato, para plantas. A avaliação das características da CFM foi realizada em um experimento fatorial (2x3, constituído da combinação de dois tipos de casca (CFM in natura e compostada e três granulometrias (peneiras 3, 5 e 10 mm de malha, em delineamento de blocos ao acaso. Os teores de macro e micronutrientes, condutividade elétrica (CE, pH, densidade seca (DS, densidade úmida (DU, porosidade total (PT e espaço de aeração (EA foram avaliados. A avaliação da CFM como substrato para plantas foi realizada, utilizando-se mudas de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill. e estacas de pingo-de-ouro (Duranta repens L. como espécies indicadoras. Para o cultivo de mudas de tomateiro, a CFM, na granulometria de 3 mm, in natura, ou compostada, foi misturada com Plantmax® em cinco proporções [0:100; 25:75; 50:50; 75:25; 100:0 (v/v]. Para o enraizamentode pingo-de-ouro, estacas foram plantadas em CFM, in natura, ou compostada, de três granulometrias (3, 5 e 10 mm. A CFM compostada, na granulometria de 3 mm, apresentou as características físicas mais adequadas. A CFM in natura apresentou efeitos negativos, sendo inadequada como substrato. A CFM compostada permitiu obter 100% de germinação e mudas normais de tomateiro, bem como estacas enraizadas de pingo- de- ouro, podendo, portanto, ser utilizada como substrato, pura, ou em misturas.

  12. Evaluation of the quality of a molded sweet biscuit enriched with okara flour Avaliação da qualidade do biscoito moldado doce enriquecido com farinha de okara

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Kitagawa Grizotto

    2010-05-01

    Full Text Available The objective of this research was to test the addition of soymilk residue, also known as okara, to a molded sweet biscuit (MSB. The okara was provided by two soymilk producing companies whose production systems are based on hot disintegration of decorticated (company B or non-decorticated (company A soybeans and separation of the soymilk. Okaras A and B were dehydrated in a flash dryer and then ground to a flour (O objetivo deste trabalho foi testar a adição do resíduo do leite de soja, também conhecido como okara, ao biscoito moldado doce (BMD. O okara foi fornecido por duas empresas produtoras de leite de soja, cujos sistemas de produção baseiam-se na desintegração a quente da soja com casca (empresa A ou sem casca (empresa B e separação do leite de soja. Os okaras A e B foram desidratados em secador flash dryer e moídos na forma de farinha (< 200 mesh. As farinhas de okara apresentaram altos teores de proteínas (35 g.100 g-1 b.s., lipídios (17 g.100 g-1 b.s. e fibras (17 a 21 g.100 g-1 b.s.. A farinha A apresentou resultados de capacidade de retenção de água, solubilidade da proteína (SP, capacidade de emulsificação (CE, estabilidade de emulsão (EE e teor de isoflavonas, significativamente maiores (p < 0,05 que os determinados na farinha B. As formulações do BMD, substituindo 30% (p/p do peso da farinha de trigo, foram testadas. Os resultados das análises físicas, fraturabilidade e atividade de água do BMD com farinhas A e B não diferiram significativamente (p < 0,05 em relação ao padrão. A cor, o sabor e a qualidade global do MSB com 30% de farinha B não diferiram significativamente (p < 0,05 em comparação ao padrão, demonstrando potencial para a aplicação em produtos de confeitaria.

  13. Estudo da compatibilidade entre a madeira e as cascas de Eucalyptus grandis e cimento portland.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Akira Mori

    2010-08-01

    Full Text Available As características dos painéis cimento-madeira podem ser prejudicadas em virtude da incompatibilidade química do cimento com alguns materiais lignocelulósicos que podem inibir a "pega" do cimento. Porém, este efeito pode ser minimizado com tratamentos químicos dos materiais. As diferentes espécies de Eucalyptus podem ser promissoras como matéria-prima na produção desse tipo de painel, principalmente os resíduos gerados na forma de cascas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a compatibilidade química da madeira e cascas tratadas e não-tratadas quimicamente de Eucalyptus com o cimento Portland. O tratamento químico das cascas foi realizado com solução de hidróxido de sódio. Os resultados obtidos mostraram que a madeira de Eucalyptus grandis apresentou uma aptidão moderada ao cimento, as cascas tratadas, alta aptidão e as cascas não-tratadas, aptidão extremamente baixa. Verificou-se a influência positiva do tratamento químico nas cascas, possibilitando futuramente sua incorporação na manufatura de painéis cimento-madeira.

  14. Anatomia da madeira e casca do maricá, Mimosa bimucronata (DC. O. Kuntze.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Newton Cardoso Marchiori

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 São descritos os caracteres gerais, macroscópicos e microscópicos da madeira de Mimosa bimucronata (DC. O. Kutze, bem como a estrutura de sua casca. A anatomia da madeira é comparada com referências da literatura para espécies afins. Os caracteres observados incluem placa de perfuração simples em vasos, pontuados alternos, pontuações ornamentadas, parênquima paratraqueal, fibras libriformes, raios homogêneos de células procumbentes e ausência de estratificação. Na estrutura da casca destacam-se o líber duro em faixas tangenciais descontínuas, envolvidas por células parenquimáticas geralmente cristalíferas, o curso irregular dos raios na casca interna e a formação de cunhas de parênquima na casca mediana.

  15. Estudo da adição de vital glúten à farinha de arroz, farinha de aveia e amido de trigo na qualidade de pães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    TEDRUS Guilherme de A. S.

    2001-01-01

    Full Text Available Farinhas de arroz e de aveia e amido de trigo foram adicionados de vital glúten e avaliados pelo Teste de Panificação. Usou-se como padrão uma amostra de farinha de trigo com características adequadas para produção de pão. Os níveis de adição de vital glúten foram de 10, 15, 17,5, 20 e 30% para a farinha de arroz e de 10, 20 e 30% para a farinha de aveia. Ao amido de trigo, extraído da farinha de trigo utilizada como padrão, foi adicionado vital glúten de forma a reconstituir o teor de glúten original da farinha. Os melhores resultados do teste de panificação foram obtidos com 17,5% de vital glúten na farinha de arroz e 20% de vital glúten na farinha de aveia. Foram obtidos pães com volumes específicos inferiores aos de trigo (2,67cm³/g para vital glúten + farinha de arroz, 3,07cm³/g para vital glúten + farinha de aveia e 4,14cm³/g para vital glúten + amido de trigo contra 5,15cm³/g para os de farinha de trigo. As melhores misturas foram analisadas quanto às suas características reológicas e comparadas com a farinha de trigo original. A mistura de amido de trigo e vital glúten apresentou características farinográficas extensográficas inferiores à farinha de trigo e deu origem a pães de menor volume e com estrutura compacta. No geral, a adição de vital glúten propiciou a obtenção de pães com características aceitáveis, embora inferiores às do pão de farinha de trigo. As características dos pães contendo vital glúten foram: pouca simetria e quebra praticamente inexistente. São necessários novos estudos sobre a interação do vital glúten com os demais componentes da farinha de trigo e sua influência na qualidade do produto final.

  16. Elaboração e caracterização da farinha do fruto da castanhola (Terminalia catappa Linn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilayane da Nóbrega Santos

    2017-06-01

    Full Text Available A ciência e tecnologia de alimentos vem se destacando com suas novas propostas para o mercado. A vida atual é marcada pela busca de alimentos cada vez mais saudáveis, pois os consumidores estão buscando por uma alimentação que proporcione, além dos nutrientes básicos, algum benefício à saúde. Farinhas obtidas a partir da desidratação de frutos não convencionais estão sendo utilizadas na formulação de uma variedade de produtos a partir da substituição parcial de farináceos tradicionais. Sendo assim, objetivou-se caracterizar a farinha proveniente da polpa do fruto da castanhola. Os parâmetros analisados foram umidade 2,15% (± 0,15; cinzas 8,03% (± 0,06, proteínas 16,70% (± 0,2, lipídeos 6,30% (± 0,07, carboidratos 66,80%, pH 3,83 (± 0,02; acidez 7,40% ác. cítrico (± 0,06, Aw 0,24 (± 0,01 e Valor Energético Total 390,70 Kcal.Os resultados mostraram-se satisfatórios, sendo estes dentro dos valores estabelecidos para farinhas. Para os macronutrientes determinados, os carboidratos mostraram-se majoritários, seguido pelas proteínas.  Desta forma, a farinha da castanhola surge como uma alternativa para aplicação em diversos produtos alimentícios, seja como substituto parcial de farinhas convencionais ou mesmo como ingrediente principal na formulação de novos produtos. 

  17. QUALITY OF COOKIES FORMULATED WITH DIFFERENT PEQUI PEEL FLOUR CONTENTS QUALIDADE DE BISCOITOS FORMULADOS COM DIFERENTES TEORES DE FARINHA DE CASCA DE PEQUI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Nakamoto Koakuzu

    2009-03-01

    -decoration: none;" lang="pt-BR" align="justify"> 

    KEY-WORDS: Caryocar brasiliense Camb.; residue; product development; dietary fiber.

    O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de biscoitos tipo cookie, formulados com diferentes níveis de farinha de casca de pequi (FCP, em substituição à farinha de trigo (FT. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com controle mais quatro tratamentos (12,5%; 25%; 37,5%; e 50% de substituição de FT por FCP, e quatro

  18. Estudo da adição de vital glúten à farinha de arroz, farinha de aveia e amido de trigo na qualidade de pães

    OpenAIRE

    TEDRUS,Guilherme de A. S.; ORMENESE,Rita de Cássia S. Celeste; SPERANZA,Sandra Maria; CHANG,Yoon K.; BUSTOS,Fernando M.

    2001-01-01

    Farinhas de arroz e de aveia e amido de trigo foram adicionados de vital glúten e avaliados pelo Teste de Panificação. Usou-se como padrão uma amostra de farinha de trigo com características adequadas para produção de pão. Os níveis de adição de vital glúten foram de 10, 15, 17,5, 20 e 30% para a farinha de arroz e de 10, 20 e 30% para a farinha de aveia. Ao amido de trigo, extraído da farinha de trigo utilizada como padrão, foi adicionado vital glúten de forma a reconstituir o teor de glúten...

  19. CARACTERIZAÇÃO E UTILIZAÇÃO DA CASCA DA JABUTICABA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Alvarez Cabanez

    2017-01-01

    Full Text Available A jabuticaba pode ser consumida in natura ou processada e a sua casca, subproduto do processamento, pode ser reaproveitada devido aos seus constituintes. O objetivo deste trabalho foi estudar a caracterização e utilização da casca da jabuticaba visando o aproveitamento dos seus constituintes para obtenção de outros produtos. O estudo consistiu numa pesquisa realizada através de trabalhos encontrados na base de dados Scielo, além de resumos, livros, teses e dissertações. Constatou-se que a casca da jabuticaba é fonte de vitaminas e minerais, carboidratos, fibras, substâncias antioxidantes e ácidos orgânicos; e pode ser utilizada na fabricação de vários produtos e apresenta vários benefícios para a saúde humana. Conclui-se que a casca da jabuticaba apresenta vários compostos de interesse da indústria farmacêutica e alimentícia e pode ser utilizada no preparo de diferentes produtos alimentícios, em substituição, para o enriquecimento ou como corante natural.

  20. AMIDO RESISTENTE EM FARINHAS DE BANANA VERDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayana Portes RAMOS

    2010-03-01

    Full Text Available

    Este trabalho teve por objetivo avaliar o teor de amido resistente (AR em farinhas de banana verde produzidas a partir de treze genótipos de bananeira. Para a produção da farinha foram separadas a 1ª, 3ª e 5ª pencas de cada genótipo, na qual cada penca correspondeu a uma repetição. Os frutos de cada penca no estádio 1 (casca completamente verde de maturação foram descascados manualmente, cortados em fatias circulares de 0,5 cm e desidratados em estufa com circulação de ar a 40ºC por 48 horas, sendo em seguida moídos. A análise de AR consistiu em um processo enzimático, calculando-se o conteúdo final pela concentração de glicose liberada. Os resultados foram submetidos à análise estatística e mostraram diferenças significativas para o teor de AR nas farinhas obtidas dos genótipos de bananeira, sendo que a farinha com maior teor de AR foi a produzida a partir do cultivar ‘Nam’ (40,25% e a menor pelo híbrido ‘Fhia 01’ (10,01%. Pode-se concluir que o conteúdo de AR varia em relação ao genótipo utilizado para a confecção da farinha e que a banana pode ser uma boa opção de estudo de alimento funcional.

  1. Efeito da substituição da farinha de trigo no desenvolvimento de biscoitos sem glúten

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tamires dos Santos VIEIRA

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O glúten pode determinar a qualidade da farinha de trigo, conferindo às massas características como elasticidade e capacidade de absorver água, o que torna a elaboração de produtos de panificação isentos de glúten um desafio. Desse modo, o presente estudo buscou avaliar as características físico-químicas e sensoriais de biscoitos elaborados com ingredientes sucedâneos ao trigo, como fécula de mandioca, farinha de soja, de quinoa e de amaranto. Para a caracterização física foram determinados: peso, diâmetro, espessura, fator de expansão e volume específico. Quanto à composição química foram determinados: umidade, cinzas, proteínas, lipídios, fibras alimentares, carboidratos totais, energia, além de pH e acidez. A aceitabilidade foi determinada por meio de uma escala hedônica de nove pontos. As formulações contendo farinhas sucedâneas ao trigo apresentaram bom rendimento, maior teor de cinzas, de proteínas, de lipídios e de fibras alimentares. Também, essas apresentaram percentuais de aceitabilidade superiores a 70%, exceto para a avaliação do sabor da amostra com maior teor de soja (40 g/100g. Conclui-se que as formulações contendo farinhas sucedâneas ao trigo podem ser consideradas promissoras, disponibilizando alternativas alimentares àqueles que almejam produtos com valor nutricional superior e posicionamento único no mercado, visto que os produtos disponíveis muitas vezes possuem baixo valor nutritivo ao serem elaborados com farinhas amiláceas.

  2. Comparação de Modelos Matemáticos da Cinética de Secagem de cascas de Manga Espada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácia Maria Mikaella Campos Nóbrega André

    2014-07-01

    Full Text Available A transformação das cascas da manga em farinha pode ser um processo viabilizador e propulsor, devido à praticidade de uso, redução da perecibilidade e do volume a ser transportado, com isto pesquisas envolvendo métodos de obtenção da mesma são necessárias. Objetivou-se neste estudo secar cascas de manga espada pré tratadas osmoticamente nas concentrações de 45, 55 e 65 °Brix, e secador de ar aquecido nas temperaturas de 50, 60 e 70 °C. As cascas da manga da variedade espada foram imersas em soluções de sacarose de 40°, 45° e 50°Brix na proporção de 1:4 (g/g fruto/xarope por um período de 4 horas a temperatura ambiente média de 28 °C. As amostras desidratadas foram acondicionadas em cestas pré identificadas e levadas para um secador com circulação forçada de ar nas temperaturas 50, 60 e 70°C em três repetições, para descrição da cinética de secagem foram utilizados os modelos de regressão não linear propostos por Henderson & Pabis, Lewis, Logaritmo e Page. Utilizando - se a análise de regressão não-linear, pelo método Quasi-Newton, as curvas de secagem obtidas experimentalmente foram ajustadas por meio do programa computacional Statistica versão 7.0. Dentre os modelos de secagem estudados, o proposto por Lewis se ajusta satisfatoriamente às curvas de secagem obtidas experimentalmente, a temperatura de secagem é fortemente influenciada na cinética, com o menor tempo a 70ºC e o maior a 50°C.

  3. Uso da cinza da casca de arroz como carga em matrizes de poliamida 6 e poliamida 6.6

    OpenAIRE

    Ferro,Waldir P.; Silva,Leonardo G. A. e; Wiebeck,Hélio

    2007-01-01

    Este trabalho avalia a utilização da cinza da casca de arroz como carga estrutural em poliamida 6 e poliamida 6.6. Estas matrizes poliméricas são importantes plásticos de engenharia com aplicações em várias áreas. Fez-se uma comparação das propriedades mecânicas de resistência à tração, resistência à flexão, resistência ao impacto e a propriedade térmica de fio incandescente entre compostos de poliamida 6 e poliamida 6.6, com 30% de cinza da casca de arroz, e compostos de poliamidas com 30% d...

  4. Atividade antioxidante da polpa, casca e sementes do noni (Morinda citrifolia Linn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Barbosa Costa

    2013-06-01

    Full Text Available Na busca pela identificação de novas fontes de antioxidantes naturais e de esclarecer lacunas acerca das reais propriedades benéficas atribuídas ao Noni (Morinda citrifolia Linn, este trabalho teve como objetivo realizar a caracterização química e avaliar a atividade antioxidante da polpa, casca e sementes do noni. Foram determinadas a composição centesimal (umidade, cinzas, proteínas, carboidratos e lipídios; os compostos bioativos (fenólicos totais, carotenoides totais e vitamina C e a atividade in vitro em extratos aquoso, etanólico e acetônico. Os resultados demonstraram que o Noni possui quantidades significativas de carboidratos (27,21%; 9,70% e 8,37% e de proteínas (2,64%; 2,23%; e 2,24% nas sementes, casca e polpa, respectivamente. A polpa apresentou maior teor de vitamina C (23,1 mg/100g e de carotenoides totais (3,90 mg/100g. No extrato acetônico da polpa, foram quantificados 109,81 mg/100g de fenólicos totais, seguidos pelos extratos acetônicos da casca (76,01 mg/100g, das sementes (28,75 mg/100g e do extrato etanólico da polpa (20,33 mg/100g. Todos os extratos avaliados apresentaram atividade antioxidante in vitro; os extratos acetônico e etanólico da casca e das sementes do Noni apresentaram maior atividade pelo método β-caroteno/ ácido linoleico, enquanto o extrato etanólico da polpa teve maior atividade antioxidante pelo ensaio DPPH e ABTS, e o extrato acetônico da polpa, pelo método ABTS. O noni é um fruto com significativo teor de compostos fenólicos totais que apresentam atividade antioxidante in vitro.

  5. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE NUTRICIONAL DA PROTEÍNA DA FARINHA TEMPEH, PRODUTO FERMENTADO, OBTIDO A PARTIR DA SOJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Gomes TAVARES

    2009-07-01

    Full Text Available

    Foram realizados estudos para avaliar a eficiência protéica de farinha de tempeh, produto fermentado, "não convencional", obtido a partir da soja. Os métodos utilizados, como o Coeficiente de Eficácia Protélca (PER, a Razão Protéica Líquida (NPR e a Utilização de Nitrogênio (NU, avaliam o ganho de peso pela quantidade de proteína ingerida. Os valores encontrados para esses índices foram: PER 4,30 e 1,90; NPR 5,11 e 3,13; NU 5,55 e 3,32, respectivamente, para as dietas de caseína e de farinha de tempeh. Os índices digestibilidade aparente e verdadeira (Da e Dv e valor biológico aparente e verdadeiro (VBa e VBv também foram avaliados. Os valores encontrados para a dieta de caseína foram: Da 93,82% e Dv 98,23%; VBa 86,30% e VBv 92,14%. Para a farinha de tempeh, a digestibilidade aparente e a verdadeira foram de 83,17% e 87,32% e o valor biológico aparente e verdadeiro de 85,29% e 91,52%. Pelos resultados obtidos, observou-se que a proteína da farinha de tempeh, por ser de origem vegetal, mostrou-se eficiente para o crescimento dos ratos, quando comparada com a dieta de caseína, considerada referência.

  6. Caracterização da farinha de banana verde Green banana flour characterization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonia de Maria Borges

    2009-06-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou a obtenção, a caracterização físico-química e o controle microbiológico durante o processamento da farinha de banana (Musa spp. verde, cv. Prata, visando o seu aproveitamento na panificação, produtos dietéticos e alimentos infantis. Para obtenção da farinha, os frutos foram cortados, imersos em metabissulfito de sódio, desidratados e triturados, sendo em seguida, feitas as seguintes determinações: umidade; extrato etéreo; proteína bruta; fibra bruta; cinzas; fração glicídica; amido; valor calórico; pH; acidez total titulável; vitamina C; macrominerais (K, P, Ca, Mg, S e N; microminerais (B, Cu, Mn, Zn e Fe; coliformes a 45 °C; fungos filamentosos e leveduras; Bacillus cereus; Salmonella sp.; Staphylococcus aureus; e contagem de aeróbios mesófilos. Os resultados indicaram que a banana 'Prata' verde é viável para o processo de obtenção da farinha de banana, tendo em vista que é rica em amido, proteína, potássio, fósforo, magnésio, zinco, cobre e tem um alto valor calórico. O pH, a acidez total titulável e a vitamina C estão compatíveis com os valores encontrados em outras farinhas. Quanto ao uso de boas práticas no processamento, a farinha encontra-se dentro do padrão microbiológico ideal e, portanto, está apta para o consumo.The objective of the present study was the physicochemical characterization and the microbiological control during the processing of the green banana flour (Musa spp., Prata cultivar, aiming at the use of the flour in bread-making, dietary products and children's food. To obtain the flour, the fruits were cut, immersed in sodium meta-bisulfite, dehydrated, and ground. The following criteria were determined: humidity; ethereal extract; raw protein; raw fiber; ash; glicidic fraction; starch; caloric value; pH; total titratable acidity; vitamin C; macrominerals (K, P, Ca, Mg, S and N; microminerals (B, Cu, Mn, Zn and Fe; coliforms at 45 °C; filamentous

  7. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carrijo Osmar Alves

    2002-01-01

    Full Text Available A produção comercial de mudas e o cultivo sem solo de hortaliças estão se tornando práticas comuns entre os olericultores. Vários materiais orgânicos como as turfas, resíduos de madeira, casca de pinus e de arroz parcialmente carbonizada ou não, ou materiais inorgânicos como areia, rochas vulcânicas, perlita, lã de rocha e a espuma fenólica já são utilizados como substratos, isoladamente ou em composição. A casca de coco verde que em muitas regiões causa transtorno ao serviço de limpeza pública pelo volume e pela dificuldade de decomposição produz uma fibra que pode ser utilizada como substrato. Para a produção da fibra, a casca de coco verde é picada, desfibrada, triturada, lavada e secada. Para o uso como substrato na produção de mudas, a fibra deve passar por um processo de compostagem. Este processo não é necessário para o uso como substrato em cultivo sem solo, mas no entanto, o substrato necessitará ser enriquecido com nutrientes em pré-plantio ou em fertirrigação. O uso do substrato da fibra de coco verde na produção de tomate em casa de vegetação, alcançou, em termos absolutos, 13,2 kg m-2 de frutos comerciais (média de 3 anos cerca de 7,3% mais que o segundo melhor substrato, o pó de serra com 12,3 kg m-2.

  8. Variabilidade físico-química da farinha de mandioca do Território da Cidadania do Vale do Juruá, Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia de Souza Álvares

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO A farinha é um derivado da mandioca de grande importância alimentar, porém com pequena padronização, por causa do processo artesanal de fabricação. O objetivo deste estudo foi analisar a variabilidade da farinha de mandioca artesanal, produzida no Território da Cidadania do Vale do Juruá, Acre, e agrupar os municípios produtores de acordo com suas características físico-químicas, por meio de análises multivariadas, determinando sua influência na qualidade da farinha de mandioca. Foram analisadas 138 amostras de farinhas, coletadas nos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, com determinação da umidade, cinzas, proteína total, extrato etéreo, fibra total, carboidratos totais, valor energético, acidez titulável, pH e atividade de água. Os dados foram analisados pela estatística descritiva com comparação de médias pelo teste de Tukey e estatística multivariada, de forma complementar entre si; com análises de agrupamento hierárquica, pela distância euclidiana e método de Ward, e, não hierárquica, k-means, análise de componentes principais, pela matriz de correlação, e análise discriminante, pelo método da exclusão progressiva passo a passo. Os resultados mostraram que as farinhas encontram-se dentro das normas de qualidade exigidas em legislação. As diferentes análises multivariadas foram coerentes, indicando que há um padrão de distribuição das características físico-químicas das farinhas, o que sugere padrões no processo de fabricação, distribuídos conforme a localização dos municípios analisados. As características de maior influência na discriminação das farinhas são acidez, pH, atividade de água e umidade, indicando que o modo de fabricação tem grande influência na qualidade da farinha produzida.

  9. Estudo preliminar da atividade antibacteriana das cascas de Erythrina velutina Willd., Fabaceae (Leguminosae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Virtuoso

    Full Text Available A Erythrina velutina é popularmente conhecida como suinã, mulungu, corticeira, mulungu-da-catinga dentre outros. Das várias espécies distribuídas pelo mundo cerca de doze estão no Brasil. A casca é utilizada, principalmente no nordeste brasileiro, pelas propriedades sudorífica, calmante, emoliente, peitoral, anestésica local e outras. Considerando-se que não existem estudos sobre o potencial microbiológico das cascas de Erythrina velutina este trabalho teve por objetivo avaliá-lo preliminarmente contra oito bactérias patogênicas. Foram utilizados os métodos de difusão em disco e concentração inibitória mínima para o extrato etanólico bruto e difusão em disco para a fração hexano. A atividade contra o Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes foi evidenciada para ambas as amostras. A viabilidade de futuras pesquisas com outras frações e substâncias isoladas na busca de novas alternativas, visando uma terapêutica racional a partir de fontes naturais foi apontada pelos resultados.

  10. Atividade Antinociceptiva e Antimicrobiana da Casca do Caule de Psidium Cattleyanum Sabine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.Q. ALVARENDA

    2015-01-01

    Full Text Available RESUMO Psidium cattleyanum Sabine, conhecida como “araçá”, é espécie nativa do Bioma Cerrado brasileiro comumente utilizado, segundo levantamento etnobotânico, como planta medicinal para tratar várias doenças tais como: patologias hepáticas, gástricas, lesões teciduais incluindo processos dolorosos. O objetivo deste trabalho foi realizar a triagem fitoquímica com propósito exploratório, investigar a atividade analgésica e antimicrobiana do extrato hidroalcoólico da casca do caule de Psidium cattleyanum Sabine (ECPCS para apoiar o uso dessa espécie como planta medicinal. Para isso, foram obtidos extratos e frações com solventes orgânicos de polaridade crescente (hexano, diclorometano, acetato de etila e isobutanol avaliando-se o perfil fitoquímico para determinar as principais classes de metabólitos secundários presentes na espécie. Investigou-se a atividade analgésica pelo teste de contorções abdominais em camundongos induzidas pelo ácido acético (0,6%. A Concentração Inibitória Mínina (CIM e Concentração Bactericida Mínima (CBM foram avaliadas através da técnica de microdiluição em caldo contra micro-organismos da microbiota oral. A triagem fitoquímica identificou a presença de taninos, saponinas, flavonoides e terpenos e/ou esteroides. O ECPCS exibiu atividade analgésica periférica nas doses de 200 e 400 mg/kg. O EAC (extrato acetato de casca o EDC (extrato diclorometânico de casca desempenharam melhor ação inibitória sobre o crescimento bacteriano de Estafilococos oralis com CIM 100 e 150 respectivamente. O ECPCS desempenhou ação inibitória sobre o crescimento bacteriano. Os resultados dos estudos experimentais comprovaram a presença de compostos secundários tais como, taninos e flavonoides, o que, provavelmente, pode ser associado à atividade analgésica e ao efeito inibitório sobre os micro-organismos testados com o ECPCS, o que justifica o uso medicinal planta.

  11. Produção e avaliação da qualidade das barras de cereais elaborada com farinha de facheiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. N. V. Deodato

    2015-10-01

    Full Text Available As cactáceas constituem um importante elemento da paisagem, apresentando caules suculentos, cobertos por espinhos de diversas formas, tamanhos e dimensões, junto a outras espécies de cactáceas, formam a paisagem típica da região semiárida do Brasil. O facheiro é uma cactácea xerófila, robusta, pouco ramificada, de cor verde-escura, armada de espinhos agudos; com flores grandes isoladas e altas. A proposta do trabalho foi elaborar barras de cereais com farinhas da casca e da polpa do facheiro e determinar as características microbiológicas e físico-químicas. Foram preparadas quatro formulações (5, 10, 15 e 20% de cada farinha, variando-se a quantidade adicionada à formulação básica das barras de cereais. Os resultados das análises microbiológicas atenderam aos padrões exigidos pela legislação vigente, apresentando resultados negativos para coliforme a 45° C e Salmonella sp. Nos resultados físico-químicos apresentaram baixos valores de umidade e cinzas, elevado teores de lipídeos e sólidos solúveis totais, quantidades razoáveis de proteínas. Dessa forma, as barras de cereais com adição de farinha do facheiro é um alimento que pode ser ingeridos pela população.Production and evaluation of the quality of cereal bars made with flour of facheiroAbstract: The cacti are an important element of the landscape, with succulent stems, covered with spines of different shapes, sizes and dimensions, along with other cactus species, form the typical landscape of the semi-arid region of Brazil. The facheiro is a cactaceous xerófila, rugged, sparsely branched, dark green color, armed with sharp thorns; with large isolated and tall flowers. The purpose of this study was to develop cereal bars with flour peel and facheiro pulp and determine the microbiological and physico-chemical characteristics. Four formulations (5, 10, 15 and 20% for each meal, varying the amount added to the basic formulation of the cereal bars. The

  12. EFEITO DA FARINHA DA CASCA DE MARACUJÁ NO PESO E NO ÍNDICE GLICÊMICO DE RATOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francine Buzzato Lage

    2014-04-01

    Full Text Available The fiber intake is an alternative to weight control. The objective of this experiment was to determine the effect of pectin, present in passion fruit peel, on weight change and glucose. Have been used 35 male Wistar rats divided into four groups. The Control group received water and food (n=09; The passionfruit group received food plus passion fruit peel (n=09; The hyper caloric group received cafeteria diet (n=08; The hyper caloric + passion fruit group received caloric diet increased with passion fruit peel (n=09, over 21 days. The weight of the animals was measured once a week and blood glucose was measured in the first week and at the end of the experiment. The difference in weight was analyzed with ANOVA, a criterion, followed by Bonferroni’s test; was adopted significance level of 5% (p<0.05. Was observed reduction in weight gain in the passion fruit group in comparison with the control group and increased weight gain in the hyper caloric and hyper caloric + passion fruit groups, between the beginning of the experiment and the 1st week of treatment. Between the 2nd and 3rd week of treatment, the hyper caloric group had an increase in body weight compared with the other groups. The weight gain in the passion fruit group and hyper caloric + passion fruit group did not differ from the control group. The glycemia (mg/dl at the end of the experiment was higher in hyper caloric and hyper caloric + passion fruit group than in the control and passion fruit groups. We conclude that the passion fruit peel flour associated with hyper caloric diet reduced weight gain, but insufficient to reduce glycemia.

  13. Emprego da farinha e do extrato de frutanos de yacon na elaboração de apresuntados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellem Waleska Nascimento da Fonseca CONTADO

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi desenvolver duas formulações de apresuntado contendo farinha de yacon e extrato de frutanos de yacon visando obter produtos de melhor qualidade nutricional e ricos em fibras alimentares. Os apresuntados foram elaborados substituindo-se a fécula de mandioca (1,73% pela farinha de yacon e a água da formulação (37,85% pelo extrato aquoso de frutanos. Os efeitos dessas substituições nas qualidades tecnológicas e sensoriais dos apresuntados foram avaliados comparando-os com um controle. Os resultados obtidos demonstraram existirem diferenças significativas entre as formulações e evidenciaram que a adição da farinha de yacon ao apresuntado originou uma formulação com menor teor de sódio, índice de amarelo, tonalidade, dureza, flexibilidade, adesividade e menores notas nos quesitos sabor e impressão global. Entretanto revelaram que o apresuntado elaborado com extrato de frutanos apresentou uma aceitabilidade semelhante ao controle, porém com menor dureza e maiores teores de potássio e fibras, originando um produto cárneo benéfico à saúde.

  14. PRODUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO FISÍCO-QUÍMICA DE FARINHAS DE MANDARINA VERDE ORGÂNICA (Citrus rediculata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sâmira Bublitz

    2015-05-01

    Full Text Available Para melhorar a qualidade demandarinasdo mercado in natura, a técnica do raleio manual é utilizada pelos citricultores, sendo necessário ralear 60 a 80% dos frutos.Propôs-se elaborar farinhas a partir da casca e da polpa de mandarinas verdes orgânicas oriundas do raleio, caracterizando sua composição proximal a fim de introduzi-las na alimentação humana.As farinhas foram obtidas pela trituração úmida, lavagem, secagem e trituração seca do resíduo desidratado das mandarinas. As análisesdas farinhas de polpa (FP e de polpa com casca (FPC de mandarina verde orgânica foram realizadas segundo as metodologias preconizadas pelo Instituto Adolfo Lutz (2008. A umidade (FP=3,78%; FPC=3,03%, cinzas (FP=2,19%; FPC=2,46% e proteínas (FP=15,83%; FPC=11,38% das farinhas ficaram dentro do permitido pela legislação brasileira para farinha de trigo comum e/ou integral; apresentaram um teor de fibra bruta alto (FP=18,45%; FPC=17,25%, baixo teor de gorduras (FP=1,25%; FPC=0,85%, boa quantidade de carboidratos (FP=58,14%; FPC=66,25% e menos calorias (FP=307,25 Kcal/100g; FPC=318,30 Kcal/100g que a farinha de trigo comum. As farinhas de mandarina verde orgânica são uma alternativa para o enriquecimento de produtos de panificação, agregando não só valor nutricional como minimizando o desperdício de resíduos.

  15. Variabilidade físico-química da farinha de mandioca Physicochemical variability of cassava flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Maria Leite de Souza

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a variabilidade físico-química da farinha de mandioca comercializada no município de Cruzeiro do Sul - AC por meio da análise multivariada. Foram analisadas 18 amostras de diferentes farinhas de mandioca, quanto às variáveis: umidade, cinzas, lipídios, proteína bruta, fibra bruta, carboidratos totais, acidez e pH. A aplicação da análise multivariada de agrupamento segundo o método de Tocher permitiu o estabelecimento de cinco grupos de farinhas. Os grupos IV e V foram considerados de alta qualidade, o primeiro por apresentar o menor teor de cinzas e o maior de proteína bruta, e o segundo por apresentar o menor teor de umidade e o maior teor de carboidratos dentre os grupos. As técnicas de análise multivariada foram coerentes para identificar as farinhas mais heterogêneas. A identificação de grupos distintos indica a existência de variabilidade nas farinhas de mandioca comercializadas na região de Cruzeiro do Sul - AC, podendo esta variabilidade estar relacionada, especialmente com o processo de produção.The goal of this work was to evaluate the physicochemical variability of the cassava flour, sold in the city of Cruzeiro do Sul - in the state of AC (Brazil, by multivaried analysis. The following contents of eighteen different cassava flours were analyzed: moisture, ashes, lipids, protein, fiber, carbohydrates, acidity, and pH. Grouping multivaried analysis according to the Tocher method allowed the establishment of five groups of flours. The groups IV and V were considered high quality groups. The first one due to the lower ashes and higher protein contents; and the second due to the lower moisture and higher carbohydrates contents. The multivaried analysis techniques presented good responses to identify most heterogeneous flours. The physicochemical variability seen in the five different groups probably indicates different production processes.

  16. APROVEITAMENTO, COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL E ANTINUTRICIONAL DA FARINHA DE QUINOA (CHENOPODIUM QUINOA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane de Oliveira LOPES

    2010-06-01

    Full Text Available

    A quinoa é um pseudocereal originário dos Andes, cultivado há milênios e amplamente distribuído ao mundo. No Brasil, foi introduzido na década de 90 e, através de modifi cações genéticas, desenvolveu-se a variedade BRS Piabiru, adaptada para cultivos em solos brasileiros. Nutricionalmente, destaca-se em relação a muitos cereais, como o trigo, o milho e a cevada, por apresentar qualidade protéica comparável à caseína do leite e pela ausência de proteínas formadoras de glúten. Além disso, possui elevado teor de lisina, vitaminas (como tiamina, ribofl avina, niacina e piridoxina e minerais (como magnésio, zinco, cobre, ferro manganês e potássio. É essencial a realização de estudos dos nutrientes e antinutrientes da quinoa, de utilizá-la no preparo e desenvolvimento de receitas isentas de glúten. Diante disso, o presente estudo objetivou elaborar uma farinha de quinoa (FQ, caracterizar a sua composição nutricional e antinutricional, além de aproveitá-la na formulação de bolinhos fritos e avaliar sua aceitabilidade. Para a obtenção da farinha, os grãos de quinoa foram secos em estufa com circulação de ar forçada a 60-65oC, triturados e peneirados. A FQ foi submetida às avaliações da composição centesimal, de alguns minerais (potássio, cálcio, ferro e zinco e antinutricional (nitrato, ácido oxálico e inibidor de tripsina, sendo ainda formuladas e avaliadas a aceitabilidade de três preparações de bolinhos fritos com diferentes adições de FQ em escala hedônica de 5 pontos. Observou-se que a FQ destacou-se em proteínas, fi bras, cinzas, potássio, ferro, cálcio e zinco. Os valores (mg/100g dos antinutrientes encontrados na FQ foram de 63,26 para o nitrato, 380 para o ácido oxálico e 2,11UTI/mg para inibidor de tripsina, sendo considerados teores menores aos de outros alimentos vegetais comumente utilizados na alimentação humana. O bolinho de formulação com 12,61% de FQ

  17. Efeito do armazenamento à baixa temperatura (-4 ºC) na cor e no teor de acidez da farinha de trigo

    OpenAIRE

    Ortolan,Fernanda; Hecktheuer,Luisa Helena; Miranda,Martha Zavariz de

    2010-01-01

    Durante o armazenamento de farinha de trigo, podem ocorrer mudanças bioquímicas que resultam em alterações nutricionais e tecnológicas, sendo que em baixa temperatura estas mudanças ocorrem mais lentamente. Entre as alterações, pode-se citar o aumento da acidez, a redução do pH e as modificações na sua cor. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos do armazenamento à baixa temperatura (-4 ºC) na cor e na acidez da farinha de trigo durante seis meses e correlacionar os resultado...

  18. APROVEITAMENTO DA CASCA DO COCO-VERDE (Cocos nucifera L.) PARA PRODUÇÃO DE POLPA CELULÓSICA

    OpenAIRE

    Mahalia Sojo Cardoso; Joaquim Carlos Gonçalez

    2016-01-01

    A casca do coco-verde é um resíduo do consumo da água de coco. Em cidades litorâneas este resíduo já tem se tornado um grande problema, pois é de difícil decomposição. O presente estudo teve como objetivo avaliar a casca do coco-verde (Cocos nucifera L.) para a produção de celulose kraft. A matéria-prima foi caracterizada com relação à densidade básica, composição química, dimensão das fibras e proporção de elementos anatômicos. Foram realizados três cozimentos-teste sendo que um deles foi es...

  19. Uso da cor da casca como indicador de qualidade do maracujá amarelo (Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Deg. destinado à industrialização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DE MARCHI Renata

    2000-01-01

    Full Text Available As características físico-químicas do maracujá amarelo em três estádios de cor de casca (1/3 amarelo, 2/3 amarelo e inteiro amarelo, em quatro épocas da safra/99 foram avaliadas, visando estabelecer o ponto de colheita de melhor qualidade da fruta para a industrialização. Foram determinados o tamanho dos frutos, a cor da casca e da polpa, o rendimento de extração da polpa, o teor de sólidos solúveis totais, o pH, a acidez total, o ratio e o teor de vitamina C. Foi empregado o delineamento experimental inteiramente casualizado, com 8 repetições, 5 frutos por parcela e 3 tratamentos. Os resultados mostraram que o rendimento de polpa não apresentou diferença significativa entre os tratamentos e entre as colheitas. Com relação à cor da polpa, houve diferença significativa entre os três estádios apenas na 1ª colheita. Os frutos de casca 1/3 amarela apresentaram teor de sólidos solúveis significativamente inferior aos demais apenas na 3ª e 4ª colheitas, mas o maior valor médio ocorreu na 4ª colheita. O teor de acidez total dos frutos de casca inteira amarela foi significativamente inferior àqueles das colheitas 2, 3 e 4. Os valores mais elevados de vitamina C foram obtidos na 1ª colheita e, os frutos de casca 1/3 amarela apresentaram teores significativamente inferiores nas colheitas 1 e 2. De maneira geral, os resultados indicaram que, embora tenham ocorrido algumas diferenças nas características físico-químicas dos frutos nos diferentes estádios de cor de casca, frutos colhidos em todos os estádios de cor de casca estudados apresentaram-se adequados à industrialização.

  20. PEPTIDE PROFILE OF PROTEIN HYDROLYSATES FROM WHEAT FLOUR PERFIL PEPTÍDICO DE HIDROLISADOS PROTEICOS DA FARINHA DE TRIGO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marialice Pinto Coelho Silvestre

    2011-10-01

    hidrolisados proteicos, em formulações específicas, é uma área de crescente interesse. O objetivo deste trabalho consistiu na obtenção de hidrolisados proteicos de farinha de trigo com perfil peptídico adequado, do ponto de vista nutricional, ou seja, contendo elevado teor de di-tripeptídeos e aminoácidos livres e reduzida quantidade de grandes peptídeos. Foram avaliadas diferentes condições hidrolíticas e de tratamento da amostra, empregando-se a associação sucessiva de uma pancreatina comercial e de um extrato enzimático bruto da casca de abacaxi (EB. Avaliou-se a ordem de adição das enzimas, temperatura de reação, relação enzima:substrato (E:S e o efeito da homogeneização com ultraturrax, visando à redução de custos para adaptação em larga escala. A análise do perfil peptídico foi realizada pelo fracionamento, por cromatografia líquida de alta eficiência de exclusão molecular, seguido pela quantificação dos peptídeos e aminoácidos livres, pelo método da Área Corrigida da Fração. O melhor perfil peptídico foi encontrado para o hidrolisado obtido quando a pancreatina (E:S = 4:100 atuou primeiro por 3 horas e 30 minutos, seguida da ação do EB (E:S = 10:100, durante 1 hora e 30 minutos, nas condições ótimas de pH e temperatura de cada enzima, promovendo, assim, maior quantidade de di-tripeptídeos (16,98%, um dos maiores teores de aminoácidos livres (42,70% e o menor conteúdo de grandes peptídeos (13,09%. Observou-se, ainda, que o emprego do ultraturrax não afetou o perfil peptídico.

  1. PERFIL HIGIÊNICO-SANITÁRIO DAS UNIDADES DE PROCESSAMENTO DA FARINHA DE MANDIOCA (MANIHOT ESCULENTA CRANTZ NA REGIÃO SUDOESTE DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lidiane Lacerda de OLIVEIRA

    2009-06-01

    Full Text Available

    O presente trabalho objetivou realizar um diagnóstico higiênico-sanitário direcionado às unidades de processamento da farinha de mandioca na região Sudoeste da Bahia, visando detectar áreas/condições de risco à saúde pública em relação aos seguintes itens: situações e condições da edificação; equipamentos e utensílios; pessoal na área de produção / manipulação / venda; matérias-primas e produtos expostos à venda; fluxo de produção / manipulação / comercialização e controle de qualidade, além da obtenção de subsídios para elaboração de procedimentos adequados visando a qualidade em toda a fase de processamento da farinha de mandioca nesta região. A pesquisa foi realizada nos municípios de Vitória da Conquista, Belo Campo e Cândido Sales. O instrumento utilizado para coleta de dados foi a aplicação da “Ficha de Inspeção de Estabelecimentos na Área de Alimentos” (FIEAA, utilizada como modelo pelo Programa Alimentos Seguros, segmento indústria (PAS-INDÚSTRIA. A análise dos dados revelou deficiência em 100% das unidades de processamento da farinha de mandioca em todos os requisitos observados, comprovando a necessidade de medidas corretivas, visando garantir a inocuidade dos alimentos e a saúde do consumidor.

  2. A 'farinha especial': fabricação e percepção de um produto da agricultura familiar no vale do Rio Juruá, Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Hussak van Velthem

    Full Text Available Os pequenos agricultores do vale do alto rio Juruá, no Acre, produzem farinha de mandioca para consumo e comércio. Este artigo descreve as práticas que produzem e identificam uma farinha 'especial' do ponto de vista dos produtores locais. Esses processos são tanto técnicos como conceituais e se aplicam às raízes de mandioca, aos objetos responsáveis pelo processamento e à farinha produzida, diferindo da avaliação de negociantes e órgãos governamentais. Esse conjunto prescritivo será confrontado com a percepção dos comerciantes e também com a dos serviços públicos, a qual atua no melhoramento dessa produção por considerá-la desvalorizada e com elevada variabilidade.

  3. Substituição da farinha de carne suína por fontes vegetais em dietas para carpa-húngara.

    OpenAIRE

    BERGAMIN, G. T.; RADUNZ NETO, J.; EMANUELLI, T.; LAZZARI, R.; MASCHIO, D.; KNAPP, V.

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e a qualidade de carcaça de carpa-húngara alimentada com dietas em que houve substituição da farinha de carne suína por farelos de soja e canola, bem como determinar parâmetros bioquímicos do metabolismo dos peixes e a qualidade sensorial do filé. Cada um dos farelos contribuiu com 50% da proteína na mistura. Cinco dietas foram avaliadas, com níveis de substituição (0, 25, 50, 75 e 100%) da proteína da farinha de carne suína pela mistura das...

  4. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola

    OpenAIRE

    Carrijo Osmar Alves; Liz Ronaldo Setti de; Makishima Nozomu

    2002-01-01

    A produção comercial de mudas e o cultivo sem solo de hortaliças estão se tornando práticas comuns entre os olericultores. Vários materiais orgânicos como as turfas, resíduos de madeira, casca de pinus e de arroz parcialmente carbonizada ou não, ou materiais inorgânicos como areia, rochas vulcânicas, perlita, lã de rocha e a espuma fenólica já são utilizados como substratos, isoladamente ou em composição. A casca de coco verde que em muitas regiões causa transtorno ao serviço de limpeza públi...

  5. Fortificação de alimentos com o pó da casca de ovo como fonte de cálcio Food fortification with egg shell powder as a calcium source

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Margareth Veloso Naves

    2007-03-01

    Full Text Available O pó da casca de ovo é usado como fonte de cálcio em multimisturas distribuídas no Brasil por organizações não-governamentais. O presente trabalho teve por objetivos fortificar, com o pó da casca de ovo, alimentos tradicionais, de baixo custo e de fácil preparo, e estimar a contribuição nutricional de porções desses alimentos para o aporte diário de cálcio. Foram elaboradas dez preparações de consumo habitual, que foram enriquecidas com o pó da casca de ovo (37,4% de cálcio na proporção de 1 g do pó para 100 g de cereal ou farinha usada nos alimentos processados. Os alimentos fortificados apresentaram teores de cálcio entre 111,5 mg e 506,4 mg.100 g -1, significativamente mais elevados que o conteúdo das formulações originais sem fortificação. Porções médias das formulações fortificadas perfazem de 14 a 32% das referências nutricionais de cálcio para indivíduos adultos. Conclui-se que alimentos de consumo habitual fortificados com o pó da casca de ovo podem contribuir de forma significativa para a ingestão adequada de cálcio e prevenção de deficiência do nutriente, especialmente de osteoporose, em indivíduos de diferentes grupos etários e extratos sociais.Egg shell powder is used as a calcium source in a nutritional supplement known as "multimistura" that has been distributed in Brazil by non-governmental organizations. The objectives of this research were to fortify traditional, low cost and easy to prepare dishes with egg shell powder and to estimate the nutritional contribution of each portion to the calcium daily intake. Ten common dishes were prepared and fortified with egg shell powder (with 37.4% of calcium at the rate of 1g to 100 g of cereal or flour used in the processing foods. The fortified foods showed a range of calcium concentrations between 111.5 mg and 506.4 mg.100 g -1, which were significantly higher than the contents of the original formulations without fortification. Mean portions

  6. Armazenamento da castanha do pará com e sem casca: efeito da temperatura na resistência ao ranço

    OpenAIRE

    Ribeiro,M.A.A.; Regitano-D'arce,M.A.B.; Lima,U.A.; Baggio,C.E.

    1993-01-01

    O presente trabalho visou ao estudo do comportamento da fração lipídica de castanhas do Pará em casca e descascadas, conservadas por 4 meses em sacos de papel Kraft, nas seguintes condições: ao ambiente, a 2°C e -15°C. Nas castanhas em casca, mantidas ao ambiente, a formação de peróxidos somente ocorreu a partir do 2° mês, alcançando o valor de 0,16 meq O2/kg de óleo. Dentro do mesmo período, a 2°C e -15°C, isto ocorreu de forma mais lenta, chegando a 0,10 meq O2/kg, nos d...

  7. Obtenção e caracterização da farinha do albedo de maracujá (Passiflora edulis f. Flavicarpa para uso alimentício

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina Oliveira da Silva

    2016-08-01

    Full Text Available O maracujá é uma fruta abundante no Brasil, que é considerado o maior produtor do mundo. Cerca de 52% do peso total do fruto é composto por casca (albedo e flavedo, que pode ser reutilizada na forma de farinha como uma fonte de nutrientes para a alimentação e enriquecimento de vários produtos alimentares. Assim, o objetivo do presente trabalho foi estudar o processo de fabricação de farinha do albedo de maracujá amarelo (Passiflora edulis f. Flavocarpa, com variações nas temperaturas de secagem e avaliar suas características físico-químicas e tecnológicas. Após o processo de maceração para remover a naringina (substância que provoca amargor realizou-se a secagem convectiva, em secador de bandejas do albedo do maracujá amarelo nas temperaturas de 50, 60, 70 e 80°C. Após análise de teor de água e cor escolheu-se a farinha seca a 70°C que obteve baixo teor de água e maior luminosidade para realização das analises de cinzas, lipídios, fibras e minerais, além da avaliação morfológica por microscopia eletrônica de varredura. Os resultados obtidos confirmaram o potencial da farinha do albedo de maracujá como enriquecedor nutricional em alimentos por ser rica principalmente em fibras e minerais.Obtaining and characterization of passion fruit albedo flour (Passiflora edulis f. Flavicarpa for food useAbstract: Passion fruit is abundant fruit in Brazil, which is considered the largest producer in the world. About 52% of the total weight of the fruit is composed of peel (albedo and flavedo, which can be reused in the form of flour as a source of nutrients for food and enrichment of various food products. The objective of this work was to study the albedo flour manufacturing process passion fruit (Passiflora edulis f. Flavocarpa, with variations in drying temperatures and assessing their physicochemical and technological characteristics. After the maceration process to remove naringin (substance that causes bitterness was

  8. Substituição da farinha de peixe pela silagem de peixe na alimentação de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Secco Edney Murillo

    2002-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da substituição da farinha de peixe por diferentes tipos de silagens de peixe na alimentação de girinos de rã-touro. Foram testadas cinco dietas experimentais: D0-100% de farinha de peixe (FP; D1-50% FP e 50% silagem ácida de resíduo da filetagem de tilápia (RTA; D2-100% RTA; D3- 50% FP e 50% silagem ácida de descarte de peixe inteiro de água doce (ADA e D4-100% ADA, com quatro repetições por tratamento num delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros analisados, tanto para desempenho dos girinos como para composição corporal, indicaram que os melhores resultados foram obtidos quando os girinos receberam as dietas D0, D1 ou D3, as quais não diferiram estatisticamente entre si. Estes resultados indicam que a farinha de peixe em dietas para girinos pode ser substituída em até 50% por silagem ácida de resíduo da filetagem de tilápia como por silagem ácida de descarte de peixe inteiro de água doce.

  9. INFLUÊNCIA DO CONTROLE DA ETAPA DE MOLHAGEM DOS GRÃOS NA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DA FARINHA DE TRIGO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. A. LOPES

    2009-01-01

    Full Text Available

    Na fabricação de farinha de trigo, a limpeza inadequada da superfície das roscas molhadora e distribuidora dos grãos permite a formação de uma crosta úmida que pode comprometer a qualidade e segurança microbiológica do produto final. Nesse estudo, realizado em três moinhos brasileiros, avaliou-se os efeitos da adoção de duas medidas de controle na etapa de molhagem dos grãos de trigo, a saber: a remoção diária das crostas e uso de água clorada com 1 ou 2 ppm de cloro livre, b remoção semanal das crostas e uso de água clorada com 100 ppm de cloro livre. Para monitoramento das medidas, foram efetuadas análises de bactérias indicadoras de higiene (aeróbias totais, coliformes totais e fecais e de bolores e leveduras, de Bacillus cereus, Staphylococcus aureus e pesquisa de Salmonella spp. Essas foram realizadas em amostras de crosta e de farinha de trigo, coletadas de 1 até 360 dias após a limpeza das roscas. B. cereus, S. aureus e Salmonella spp não foram detectados em nenhuma das amostras estudadas. Verificou-se que a diminuição do número dos microrganismos indicadores na crosta, em conseqüência da primeira medida de controle, foi insuficiente para produção de farinha de trigo capaz de atender a padrões de qualidade estabelecidos por duas empresas atuantes no setor e também pela legislação vigente (Resolução RDC 12, ANVISA. Por outro lado, análises de verificação, feitas na farinha de trigo, apontaram que a limpeza semanal das roscas e o emprego de água com 100 ppm de cloro livre reduziram acentuadamente o risco de rejeição do produto no mercado.

  10. Influence of xylanase addition on the characteristics of loaf bread prepared with white flour or whole grain wheat flour Influência da adição de xilanase nas características de pão de forma preparado com farinha de trigo comum ou farinha de trigo de grão inteiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandra Zafalon Jaekel

    2012-12-01

    Full Text Available The aim of this study was to verify the influence of the addition of the enzyme xylanase (four concentrations: 0, 4, 8, and 12 g.100 kg-1 flour on the characteristics of loaf bread made with white wheat flour or whole grain wheat flour. Breads made from white flour and added with xylanase had higher specific volumes than those of the control sample (no enzyme; however, the specific volume did not differ significantly (p O objetivo deste estudo foi verificar a influência da adição da enzima xilanase (quatro concentrações: 0, 4, 8 e 12 g.100 kg-1 de farinha nas características de pães de forma obtidos com farinha de trigo comum ou farinha de trigo de grão inteiro. Os pães produzidos com farinha comum com adição de xilanase apresentaram maior volume específico que o controle (sem enzima, porém não diferiram significativamente (p < 0,05 dos pães com as diferentes concentrações da enzima. Todas as formulações com farinha de grão inteiro adicionadas de xilanase também apresentaram volume específico significativamente maior que o controle, sendo o maior valor encontrado na formulação com 8 g xilanase.100 kg-1 de farinha. Quanto à umidade, as diferentes concentrações da enzima apresentaram pequena diferença significativa em relação ao controle. Em geral, os pães obtidos com adição de 8 g enzima.100 kg-1 de farinha apresentaram os menores valores de firmeza, apresentando as melhores características tecnológicas.

  11. Estudo da potencialidade da incorporação de resíduo de granito e da queima da casca do café em cerâmica vermelha

    OpenAIRE

    Avelino, Keite Anny Rocha

    2013-01-01

    A produção industrial de rochas ornamentais e a queima da casca do café geram resíduos que são descartados no meio ambiente. Porém, com o estudo da incorporação destes resíduos em produtos cerâmicos, poderá ser encontrada uma alternativa para a redução dos impactos ambientais e efeitos danosos à saúde humana causados pelo seu descarte indiscriminado na natureza. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo estudar a adição de cinzas da casca do café e resíduo de granito na argila usada par...

  12. Efeito da Adição do Antioxidante BHT e do Armazenamento Sobre a Qualidade da Farinha de Carne e Ossos Para Frangos de Corte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Racanicci AMC

    2000-01-01

    Full Text Available Este estudo foi desenvolvido com a finalidade monitorar a qualidade da farinha de carne e ossos (FCO, durante o armazenamento prolongado (10 semanas, e avaliar os efeitos da adição do BHT (500mg/kg a esta farinha. Um lote fresco de FCO (41,12% PB e 9,14% EE foi dividido em seis partes iguais, sendo uma não tratada (CONTROLE e as demais tratadas com BHT em diferentes tempos de armazenamento (nos dias 0, 7, 14, 21 e 28: BHT/0, BHT/7, BHT/14, BHT/21 e BHT/28, respectivamente. As FCO foram armazenadas em ambiente diariamente monitorado e sua qualidade foi avaliada por amostragens semanais, com determinação do índice de peróxidos, cujo nível máximo obtido foi de aproximadamente 80meq/kg (CONTROLE. A partir da 4ª semana de armazenamento, foi conduzido um experimento com frangos de corte alimentados por 42 dias com rações à base de milho e farelo de soja, contendo cerca de 4% das FCO armazenadas. Foram utilizados 1.440 pintos de um dia, machos, distribuídos num delineamento em blocos casualizados, com 6 tratamentos e 6 repetições. Os resultados médios obtidos para peso vivo, ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade e refugagem e fator de produção foram submetidos à análise da variância e as médias dos tratamentos foram comparadas ao CONTROLE através do teste de Dunnett. As variáveis estudadas, em geral, não foram afetadas pelos tratamentos (p>0,05, indicando que, neste estudo, o uso da FCO oxidada ou das FCO protegidas pelo BHT, não influenciaram o desempenho das aves.

  13. Physical, chemical, technological and sensory characteristics of Frankfurter type sausage containing okara flour Características químicas, físicas, tecnológicas e sensoriais de salsicha tipo Frankfurter enriquecida com farinha de okara

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Kitagawa Grizotto

    2012-09-01

    Full Text Available The addition of okara flour to an emulsified meat product (Frankfurter type sausage was evaluated based on the physical, chemical, technological, and sensory characteristics of the final product. Okara, residue from soymilk production, was provided by two soymilk producing companies whose production systems were based on the hot disintegration of the decorticated (company B or undecorticated (company A soybeans. The okara was dehydrated using a flash dryer and then ground into flour (>420 µm. However, The okara flours A and B showed approximately the same amount of protein (35 and 40 g.100 g-1 dwb. However, the okara flour A presented higher values (p Avaliou-se a adição de farinha de okara em produto cárneo emulsionado (salsicha tipo Frankfurter com base nas características físicas, químicas e sensoriais do produto obtido. O okara, resíduo do processamento de 'leite' de soja, foi fornecido por duas empresas cujos sistemas de produção baseiam-se na desintegração a quente da soja com casca (empresa A e sem casca (empresa B. O okara foi desidratado em secador flash dryer e moído na forma de farinha (>420 µm. As farinhas de okara A e B apresentaram níveis aproximados de proteína (35 e 40 g.100 g-1 b.s., respectivamente. Entretanto, a farinha de okara A apresentou maiores valores (p < 0,05 para todas as propriedades funcionais tecnológicas estudadas (capacidade de emulsificação, estabilidade da emulsão, solubilidade da proteína e capacidade de retenção de água, em comparação com a farinha de okara B. As farinhas de okara A e B foram adicionadas à formulação de salsicha substituindo 1,5% e 4% do peso de carne, respectivamente. Os resultados mostraram que as salsichas contendo farinhas de okara A e B e a salsicha padrão foram igualmente aceitas pela equipe de provadores. Além disso, não houve diferenças signficativas (p < 0,05 entre as determinações físicas (cor, textura objetiva e estabilidade da emulsão e qu

  14. Comportamento higroscópico da farinha de pupunha (Bactris gasipaes Hygroscopic behavior of the pupunha flour (Bactris gasipaes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane D. Ferreira

    2003-08-01

    Full Text Available Avaliou-se o comportamento higroscópico da farinha de pupunha obtida por secagem em estufa a 70°C. Obteve-se dados de equilíbrio de adsorção de umidade a 15°C e 35°C, através de um método estático, onde recipientes de 500mL, contendo soluções saturadas de sais, foram utilizados como ambientes geradores de umidades relativas constantes, na faixa de 11% a 97%, aos quais foram submetidas amostras do produto. A partir dos dados de equilíbrio foram construídas isotermas de adsorção de umidade, sendo observadas isotermas do tipo III e, ainda, que a umidade de equilíbrio diminui com o aumento da temperatura. Determinou-se o calor isostérico de adsorção para diferentes níveis de umidade de equilíbrio e a umidade equivalente à monocamada, observando-se valores inferiores a 5g H2O/100 g s.s. Verificou-se a aplicabilidade do modelo GAB na predição de dados de equilíbrio do produto. De acordo com os resultados obtidos, a farinha de pupunha apresenta baixa higroscopicidade, ou seja, baixa afinidade por moléculas de água.It was studied the hygroscopic behavior of the pupunha flour obtained by drying in the oven at 70°C. It was collected data of moisture adsorption for two temperatures (15°C and 35°C, using the static method, where the recipients with the capacity of 500mL, having saturated salt solutions, it was used as environment generators of constant relative humidity, ranging from 11% to 97%, which were submitted the samples of the product. From the equilibrium data, it was built isotherms of moisture adsorption, being observed type III isotherms, but even that the equilibrium moisture for the product decreases with the temperature increase. It was determined the isosteric heat of adsorption for different levels of equilibrium moisture and the equivalent moisture to the monolayer, which were inferior of 5g H2O/100 g s.s. It was verified the application of the GAB model in the equilibrium data prediction for the product

  15. Extrato da casca de Syzygium cumini no controle da glicemia e estresse oxidativo de ratos normais e diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mazzanti Cinthia Melazzo

    2003-01-01

    Full Text Available O Syzygium cumini, também conhecido como Jambolão é amplamente utilizado na medicina popular para o tratamento da diabetes melito. Este estudo verificou a eficiência do extrato da casca de Syzygium cumini sobre os níveis glicêmicos e estresse oxidativo de ratos normais e diabéticos induzidos por aloxano. Os animais foram divididos em grupo controle (C, controle tratado (CT, diabético controle (DC e diabético tratado (DT. A administração oral do extrato aquoso da casca de Jambolão, na dose de 1g/kg de peso vivo, por um período de trinta dias, não resultou em uma redução significativa na glicemia e nos níveis de hemoglobina glicosilada. Neste estudo, o tratamento com o extrato demonstrou um aumento dos níveis de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS no plasma dos ratos do grupo DT (P<0,05, comparado com o C. A atividade da catalase nos rins dos ratos do grupo DC diminuiu significativamente (P<0,01 e no fígado houve uma elevação significativa dessa enzima no grupo DC (P<0,01. Estes resultados indicam que o extrato da casca do Jambolão não possui efeito hipoglicemiante em ratos diabéticos induzidos pelo aloxano. O efeito antioxidante desta planta não foi suficiente para diminuir significativamente a produção de TBA-RS. A diminuição da atividade da catalase nos rins pode ser devida à exaustão ou inibição desta enzima e seu aumento, no fígado, devido ao estresse oxidativo, ocasionado pelo estado diabético.

  16. Avaliação da atividade citotóxica dos extratos etanólicos da casca e das folhas da Terminalia fagifolia Mart. sobre células normais e tumorais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Siqueira de Melo Rodrigues

    2017-02-01

    Full Text Available Introdução: A procura por novas alternativas terapêuticas, como as que utilizam as plantas medicinais, tem despertado grande interesse da comunidade científica na busca por tratamentos mais eficientes para as doenças, incluindo o câncer. Terminalia fagifolia Mart. é uma planta medicinal encontrada no Cerrado brasileiro, usada popularmente no tratamento de aftas e tumores. Objetivos: Avaliar a atividade citotóxica dos extratos etanólicos da casca e das folhas da Terminalia fagifolia em linhagens celulares NIH 3T3 e L929 e tumorais PC3 e B16F10. Métodos: Foi realizada a metodologia de determinação da viabilidade celular em ensaio com monocamada de células utilizando o ensaio MTS. As linhagens NIH 3T3, L929, PC3 e B16F10 foram expostas por 24 horas a diferentes concentrações dos extratos etanólicos da casca e folhas da Terminalia fagifolia. Resultados: Os resultados adquiridos mostraram que os extratos apresentaram viabilidade celular, sendo considerada de moderada a alta, para as células normais NIH 3T3 e L929 e citotoxicidade severa para as células tumorais PC3 e B16F10. Dessa forma, torna-se necessária a continuidade dos estudos com essa planta, pois os extratos da casca e das folhas apresentaram atividades antitumorais muito promissoras. Conclusões: Os extratos da casca e das folhas demonstraram viabilidade celular ≥ 50% nas linhagens celulares normais NIH 3T3 e L929 e demonstraram atividade citotóxica para as linhagens tumorais PC3 e B16F10, apresentando redução da viabilidade celular em torno de 60% e 70%, respectivamente.

  17. O teor de cálcio na casca é indicativo da suscetibilidade ao "bitter pit" em maçãs 'fuji'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2011-03-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou identificar os atributos minerais na casca e na polpa, relacionados à severidade de "bitter pit" em maçãs 'Fuji'. Os frutos foram colhidos em pomar comercial do município de Lages-SC, e armazenados durante quatro meses em câmara fria convencional (0±0,4°C e 90-95% de umidade relativa. Posteriormente, foram separadas em quatro lotes, de acordo com a severidade de "bitter pit": nula (0 lesão/fruto, baixa (1-2 lesões/fruto, moderada (3-4 lesões/fruto e alta (5-16 lesões/fruto, com 15 frutos (repetições em cada nível de severidade. Os frutos de cada lote foram analisados individualmente quanto aos teores de Ca, Mg, K e N, na casca e na polpa. Na análise univariada dos teores minerais da polpa, observou-se aumento nos níveis de K e da relação K/Ca com o aumento na severidade de "bitter pit", apesar da ausência de diferenças quanto aos teores de Ca. Na casca, os teores de Ca e de N diminuíram, e as relações K/Ca, Mg/Ca e (K+Mg/Ca aumentaram com o incremento da severidade do distúrbio. Pela análise canônica discriminante (análise multivariada, observou-se que a melhor separação entre níveis de severidade de "bitter pit" foi obtida com os teores de Ca na casca. Assim, para maçãs 'Fuji', é mais seguro fazer previsão da ocorrência de "bitter pit" durante a armazenagem, com base nos teores de Ca na casca do que na polpa. Frutos com teor de Ca na casca < 240 mg kg-1 de matéria fresca são suscetíveis a esse distúrbio.

  18. Energia alternativa de biomassa: bioetanol a partir da casca e da polpa de banana Alternative energy from biomass: bioethanol from banana pulp and peels

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ozair Souza

    2012-08-01

    Full Text Available A conversão de biomassas agroindustriais em bioetanol com consequente valorização de rejeitos e resíduos, tem sido objeto de estudos de várias pesquisas realizadas no Brasil e no mundo. Neste trabalho foi avaliada a potencialidade do uso da polpa e da casca da banana (Musa cavendishii , tanto in natura como previamente hidrolisada por ácido e enzimas, como substrato da fermentação alcoólica. Os rendimentos médios em bioetanol (em base úmida de biomassa obtidos com a polpa (0,48 ± 0,05 g g-1 e com a casca (0,34 ± 0,11 g g-1, ambos in natura, possibilitaram a eficiência do processo de conversão, da ordem de 95% do rendimento teórico. A produtividade máxima alcançada em bioetanol foi de 3,0 ± 0,7 g L-1 h-1 com o uso da polpa e de 1,32 ± 0,03 g L-1 h-1 com a casca. Nas condições operacionais avaliadas o pretratamento dos resíduos com ácido sulfúrico não é recomendado para a produção de bioetanol.The conversion of agroindustrial biomasses in bioethanol with consequent enrichment of wastes has been the object of various research projects conducted in Brazil and around the world. This study evaluated the potential of the Musa cavendishii banana pulp and peels using in natural state and also waste previously hydrolyzed by acid and enzimes, as substrate of alcoholic fermentation. The mean bioethanol yields (on wet biomass base, obtained with the pulp (0.48 ± 0.05 g g-1 and with the peels (0.34 ± 0.11 g g-1, both in natural state, enabled a conversion process efficiency to the order of 95% of theoretical yield. Maximum value reached in bioethanol was 3.0 ± 0.7 g L-1 h-1 with pulp and 1.32 ± 0.03 g L-1 h-1 with peels. Under the evaluated operating conditions, the pre-treatment of wastes with sulfuric acid is not recommended for bioethanol production.

  19. Organização estrutural da casca de Persea major Kopp (Lauraceae Structural organization of Persea major Kopp bark (Lauraceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Teresinha Maranho

    2009-06-01

    Full Text Available O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de contribuir ao conhecimento da estrutura da casca de Persea major Kopp (Lauraceae, espécie nativa da América do Sul. No Brasil, é conhecida, popularmente, como "pau de andrade" e utilizada na cultura tradicional na cicatrização dos ferimentos. A análise da casca foi feita usando microscopia de óptica. A casca se distingue, principalmente, pelo tipo e distribuição dos tecidos esclerenquimáticos e a presença de células oleíferas e mucilaginosas. As características encontradas na estrutura da casca desta espécie mostram grande importância para a identificação e servem como parâmetros no controle de qualidade. Estas células oleíferas e mucilaginosas com uma distribuição restrita nas dicotiledôneas constituem uma característica taxonômica e diagnóstica particularmente valiosa.The study was undertaken to increase our knowledge of bark structure of Persea major Kopp (Lauraceae, a native specie from South America. In Brazil, it is known as "pau de andrade" and is used by traditional cultures to heal injuries. This analysis was done by light microscopy. The bark is distinguished mainly by the type and distribution of sclerenchymatic tissues, and the presence of oil and mucilage cells. The characteristics found in the bark anatomy of this species are of great importance for identification purposes and as parameters in quality control. These oil and mucilage cells have a restricted distribution in the dicotyledons and constitute a particularly valuable taxonomic and diagnostic feature.

  20. Digestibilidade aparente da farinha de aguapé em tilápias-do-nilo Apparent digestibility of water hyacinth meal by Nile tilapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Vicente Biudes

    2009-11-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho determinar e comparar as digestibilidades aparentes da matéria seca (MS, proteína bruta (PB, extrato etéreo (EE e energia bruta (EB e as disponibilidades aparentes de minerais das farinhas da biomassa emersa (lâmina foliar e pecíolo, submersa (raiz e rizoma e total do aguapé em tilápias-do-nilo (Oreochromis niloticus. Foram elaboradas quatro rações marcadas com 0,10% de óxido de crômio-III (uma ração-referência purificada e três contendo 30,0% de cada ingrediente. As tilápias-do-nilo (125,5 ± 10,5 g foram alimentadas até a saciedade e a coleta de fezes foi realizada pelo sistema Ghelph modificado. As digestibilidades aparentes da farinha da biomassa emersa (MS = 57,8; PB = 72,3; EE = 63,2 e EB = 62,0% foram maiores que as das farinhas da biomassa total (MS = 45,7; PB = 57,3; EE = 50,3 e EB = 42,3% e submersa (MS = 38,3; PB = 50,8; EE = 43,5 e EB = 32,0%. As disponibilidades aparentes de fósforo (P, cálcio (Ca, magnésio (Mg, manganês (Mn, cobre (Cu e zinco (Zn da farinha da biomassa emersa também foram maiores. A farinha de biomassa emersa do aguapé apresenta melhor digestibilidade e disponibilidade aparente dos nutrientes em comparação às farinhas da biomassa total e submersa.This study was carried out to determine and compare the apparent digestibility of dry matter (DM, crude protein (CP, crude fat (CF, gross energy (GE, and the apparent availability of minerals (P, Ca, Mg, Mn, Cu, and Zn of emergent (leaf and petiole, submerged (root and rhizome and total biomass meal of water hyacinth for Nile tilapia. Four diets were prepared, containing 0.10% chromic oxide-III, one being the reference diet (purified and the others containing 30% of each ingredient. The Nile tilapias (125.5 ± 10.5 g were fed until satiation and the feces were collected by the modified Guelph system. The apparent digestibility of emergent biomass meal (DM = 57.8, CP = 72.3, CF = 63.2, and GE = 62.0% was higher than

  1. INVESTIGAÇÃO DA PRESENÇA DE ÓLEO ESSENCIAL EM Eucalyptus smithii R.T. Baker POR MEIO DA ANATOMIA DE SEU LENHO E CASCA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando José Fabrowski

    2003-01-01

    Full Text Available O material utilizado no presente estudo foi proveniente de 15 árvores de Eucalyptus smithii R.T. Baker cultivadas no município de Colombo – PR, em campo experimental da Embrapa Florestas, plantadas em 1988. Caracterizou-se anatomicamente o lenho e a casca por meio de lâminas preparadas no Laboratório de Anatomia e Identificação de Madeiras do IPT e Laboratório de Anatomia da Madeira, do Centro de Ciências Florestais e da Madeira, da Universidade Federal do Paraná. Para a extração do óleo essencial, a madeira foi transformada em serragem e a casca desfibrada manualmente. Para a determinação do rendimento e análise do óleo essencial, foram efetuadas destilações conforme ABNT no Laboratório de Fitoquímica do Departamento de Farmácia da Universidade Federal do Paraná. Os rendimentos do óleo essencial foram dados em volume (ml de óleo essencial por massa (g de material. O Eucalyptus smithii apresenta estrutura anatômica homogênea do lenho e da casca. Na casca, observou-se a presença de cavidades secretoras; no entanto, no lenho, não foi encontrada nenhuma estrutura semelhante, apenas bolsas de quino, sendo desprezível a quantidade de óleo essencial presente na madeira. O óleo essencial da casca apresentou características físico-químicas fora das especificações para óleos essenciais de eucaliptos ricos em 1,8-cineol, não sendo economicamente viável para a exploração desse componente.

  2. Investigação da presença de óleo essencial em Eucalyptus smithii R.T. Baker por meio da anatomia de seu lenho e casca.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando José Fabrowski

    2010-08-01

    Full Text Available O material utilizado no presente estudo foi proveniente de 15 árvores de Eucalyptus smithii R.T. Baker cultivadas no município de Colombo - PR, em campo experimental da Embrapa Florestas, plantadas em 1988. Caracterizou-se anatomicamente o lenho e a casca por meio de lâminas preparadas no Laboratório de Anatomia e Identificação de Madeiras do IPT e Laboratório de Anatomia da Madeira, do Centro de Ciências Florestais e da Madeira, da Universidade Federal do Paraná. Para a extração do óleo essencial, a madeira foi transformada em serragem e a casca desfibrada manualmente. Para a determinação do rendimento e análise do óleo essencial, foram efetuadas destilações conforme ABNT no Laboratório de Fitoquímica do Departamento de Farmácia da Universidade Federal do Paraná. Os rendimentos do óleo essencial foram dados em volume (ml de óleo essencial por massa (g de material. O Eucalyptus smithii apresenta estrutura anatômica homogênea do lenho e da casca. Na casca, observou-se a presença de cavidades secretoras; no entanto, no lenho, não foi encontrada nenhuma estrutura semelhante, apenas bolsas de quino, sendo desprezível a quantidade de óleo essencial presente na madeira. O óleo essencial da casca apresentou características físico-químicas fora das especificações para óleos essenciais de eucaliptos ricos em 1,8-cineol, não sendo economicamente viável para a exploração desse componente.

  3. Avaliação dos efeitos da suplementação com farinha de linhaça (Linum usitatissimum L.) marrom e dourada sobre o perfil lipídico e a evolução ponderal em ratos Wistar

    OpenAIRE

    Molena-Fernandes,C.A; Schimidt,G; Neto-Oliveira,E.R; Bersani-Amado,C.A; Cuman,R.K.N

    2010-01-01

    Neste trabalho foram comparados os efeitos da farinha de linhaça dourada e farinha de linhaça marrom sobre o perfil lipídico e evolução ponderal em ratos Wistar. Os animais foram divididos aleatoriamente em três grupos, Grupo Controle (GC); Grupo suplementado com Farinha de Linhaça Marrom (LM) e Grupo Suplementado com Farinha de Linhaça Dourada (LD). Os animais foram submetidos à avaliação ponderal em dias alternados até o dia do sacrifício, no 36º dia, quando amostras de sangue foram coletad...

  4. Investigação da qualidade de farinhas enriquecidas utilizando Análise por Componentes Principais (PCA Enriched flour quality investigation using Principal Component Analysis (PCA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Thiago Soeiro

    2010-09-01

    Full Text Available Alguns países, incluindo o Brasil (RDC 344, 2002, instituíram uma regulamentação indicando que farinhas de milho e trigo devem ser enriquecidas com ácido fólico e ferro. O principal objetivo deste trabalho foi a avaliação de algumas características de farinhas enriquecidas usando a Análise por Componentes Principais (PCA. Parâmetros como o teor de ácido fólico, ferro, proteína, lipídios, umidade, cinzas e carboidratos foram avaliados em 30 embalagens de farinhas adquiridas em comércio local. As farinhas de trigo e milho apresentaram, em média, composição centesimal aceitável de acordo com a Legislação Brasileira. Para as farinhas de trigo, a concentração de ácido fólico estava, em média, próxima ao esperado. As farinhas de milho continham quantidade superior da vitamina. Para os dois tipos de farinha, constatou-se teor de ferro acima do valor declarado no rótulo dos produtos. Uma matriz com 30 linhas (amostras e 7 colunas (variáveis foi organizada e os dados foram autoescalados. A primeira informação observada foi uma clara diferenciação entre os tipos de farinhas. As farinhas de trigo foram caracterizadas por maior quantidade de proteínas, umidade e cinzas. Por outro lado, as farinhas de milho apresentaram maior concentração de ferro, lipídios, carboidratos e ácido fólico. Foi possível notar também que farinhas acondicionadas em embalagens de plástico apresentaram menor quantidade de ácido fólico (152 µg.100 g-1, em média, quando comparadas às amostras armazenadas em embalagens de papel (259 µg.100 g-1, em média. Esse estudo pode fornecer ferramentas importantes para a avaliação dos programas de enriquecimento de alimentos com ácido fólico, principalmente, por apontar, preliminarmente, para a importância do tipo de embalagem para o acondicionamento das farinhas enriquecidas com a vitamina.Some countries, including Brazil (resolution - RDC # 344, 2004, have issued a regulation stipulating

  5. UTILIZAÇÃO DA CINZA DA CASCA DO COCO VERDE COMO SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO CIMENTO PORTLAND EM ARGAMASSAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleidson Carneiro Guimarães

    2017-03-01

    Full Text Available RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo principal avaliar a influência da cinza da casca de coco verde (CCCV nas propriedades das argamassas no estado fresco e endurecido, a partir da substituição parcial do cimento Portland (CP por cinza. Esta proposta surge da problemática ligada à destinação da casca do coco como resíduo urbano e agroindustrial e dos impactos ambientais provocados pela produção do cimento Portland. Para realização dessa pesquisa foram produzidas uma argamassa de referência e outras três argamassas com diferentes teores de substituição do CP por CCCV. Inicialmente, foi feita a caracterização dos materiais utilizados no trabalho e a análise de índice de pozolanicidade da cinza. Em seguida, foram feitas análises referenciais das propriedades das argamassas produzidas no estado fresco e no estado endurecido. A partir das análises pode-se perceber que a presença da cinza na argamassa influencia na trabalhabilidade, resistência mecânica e na durabilidade da argamassa e que a CCCV não possui potencial pozolânico. A adição de até 10% de CCCV substituindo o cimento Portland é viável. ABSTRACT: This study aims to evaluate the influence of ash green coconut shell (AGCS on the properties of mortars in fresh and hardened, from the partial replacement of Portland cement (PC by gray. This proposal arises from problems linked to the allocation of coconut shell as urban and agro-industrial waste and environmental impacts caused by the production of Portland cement. For this survey were produced a reference mortar and three mortars with different CP replacement levels by AGCS. Initially, it was the characterization of the materials used at work and ash pozzolanicity index analysis. Next, analyzes were made reference the properties of mortars produced in fresh and hardened state. From the analysis it can be seen that the ash presence in the mortar influences the workability, strength and durability of the

  6. Influência da extração de lipídios e da casca de diferentes fontes protéicas na digestibilidade in vitro

    OpenAIRE

    Sant'ana, Rita de Cássia Oliveira

    2008-01-01

    As proteínas são as macromoléculas mais abundantes nas células vivas tendo como principal função na dieta suprir o organismo de aminoácidos indispensáveis em quantidades adequadas para síntese e manutenção dos tecidos corporais. Desse modo, a determinação da digestibilidade protéica de um alimento é um fator importante para estimar a sua qualidade, sendo o método in vitro uma alternativa rápida e fácil. O presente trabalho teve como objetivo determinar a influência dos lipídios e das cascas n...

  7. PROPRIEDADES DE EMULSÃO DA FARINHA E DO CONCENTRADO PROTÉICO DE FEIJÃO-GUANDU (Cajanus flavus DC. CULTIVAR FAVA-LARGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Paschoal BATISTUTI

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Com grãos decorticados de feijão-guandu (cajanus flavus DC. cultivar fava-larga, contendo 24,4% de proteína, foi preparado concentrado protéico, com rendimento de 17,6%. O concentrado protéico obtido apresentou conteúdo médio de 73,76% de proteína. Suspensões protéicas de concentrado protéico contendo 100 mg de proteína (N x 6,25 são capazes de emulsionar 35,7g de óleo. Emulsões obtidas da farinha de feijão-guandu, bem como de concentrado protéico, foram armazenadas em temperatura ambiente (25ºC e a 4°C, a fim de avaliar sua estabilidade. Foram avaliados, também, o efeito da concentração iônica, do pH, da diluição e do tratamento térmico na capacidade de emulsão do concentrado protéico de feijão-guandu decorticado. PALAVRAS – CHAVE: Feijão-guandu; Cajanus flavus DC.; farinha; concentrado protéico; propriedades de emulsão; estabilidade.

  8. Avaliação sensorial e da atividade de água em farinhas de mandioca temperadas Sensory evaluation and water activity of the seasoned cassava flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cândido José Ferreira Neto

    2005-08-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar sensorialmente quatro amostras de farinhas de mandioca temperadas e verificar o comportamento da atividade de água ao longo de um período de cento e oitenta dias de armazenamento. As farinhas consistiram de cinco amostras, sendo uma de farinha de mandioca seca embalada em sacos plásticos de polietileno de baixa densidade, capacidade 1.000 g e quatro de farinhas de mandioca temperadas, obtidas a partir da primeira, embaladas em sacos plásticos de polipropileno pigmentado, capacidade 500 g, tendo sido utilizada como embalagem secundária sacos de polietileno de baixa densidade, capacidade 10.000 g. A análise quanto a atividade de água foi realizada logo após o processamento e durante todo o período de armazenamento, com intervalos de trinta dias. Com relação à análise sensorial as amostras obtiveram aceitação acima de 5,5 pontos, superando o valor intermediário da escala hedônica. A atividade de água aumentou com a temperatura e com o tempo de armazenamento, porém, com valores inferiores a 0,6.The aim of this work was to evaluate the sensory behavior of five cassava flour samples stored along of hundred and eighty days. The flours consisted of five types being one of cassava flour it evaporates wrapped in low density polyethylene bags, capacity 1.000g. four of seasoned cassava flour, obtained starting from the first, wrapped in pigmented polypropylene bags, capacity 500g, having been used as secondary packing low density polyethylene bags, capacity, 10kg. Analysis of water activity (a w was accomplished soon after the processing and during the storage period, with intervals of thirty days. The sensory evaluation the samples resulted in acceptance above 5,5 points, above of the intermediate value of the hedonic scale used. The water activity increased with the temperature and with the time of storage, however, with inferior values to 0,6.

  9. Análise da durabilidade do concreto de alto desempenho com adição de cinza de casca de arroz e borracha de pneu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Rogério Brizante de Vasconcelos

    Full Text Available Desde a década de 70 o Brasil vem apresentando uma crescente degradação nas suas estruturas de concreto armado. Por esta razão, inúmeras pesquisas relacionadas à durabilidade destas estruturas têm sido realizadas, visando a contribuir com a qualidade e com a redução dos custos com manutenção e reparos. Este trabalho avaliou o comportamento da durabilidade do concreto de alto desempenho com adições, substituindo parte de cimento e agregados presentes no concreto pela cinza da casca de arroz e borracha de pneu respectivamente. Foram realizados ensaios de durabilidade submetendo o concreto a diversos processos de degradação, como a ação da água, temperatura, sais e solução ácida. O estudo indicou que a durabilidade não foi comprometida com adição de sílica ativa ou cinza da casca de arroz, com a adição de borracha de pneu. De fato, a borracha mostrou-se muito eficaz no combate a ação de agentes químicos, a altas temperaturas e à entrada de água. Com a cinza da casca de arroz, apesar do maior diâmetro de suas partículas, conseguiu-se resultados similares em relação à sílica ativa.

  10. Briófitas das ilhas de Alcatrazes, do Bom Abrigo, da Casca e do Castilho, estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Visnadi Sandra Regina

    2001-01-01

    Full Text Available Foram inventariadas 61 espécies de briófitas. Chiloscyphus subviridis (Hook. f. & Taylor J.J. Engel & R.M. Schust. e Lejeunea autoica R.M. Schust. são citadas pela primeira vez para o país e Lejeunea phyllobola Nees & Mont. ex Mont, pela primeira vez para o Estado de São Paulo. Os maiores números de táxons foram registrados para as maiores ilhas com vegetação de Mata Atlântica e, os menores, para as menores ilhas com vegetação formada por árvores esparsas da Mata Atlântica ou arbustos esparsos e expostos a condições adversas. A maior parte das espécies estão restritas a uma determinada ilha. Alcatrazes e Bom Abrigo assemelham-se quanto à flora de hepáticas; Castilho assemelha-se a esse primeiro grupo de ilhas devido à flora de musgos, enquanto Casca possui a brioflora mais distinta dentre as quatro ilhas. As rochas e as cascas dos hospedeiros arbustivo-arbóreos são os substratos mais disponíveis para as briófitas. Rocha é o substrato mais disponível para determinadas espécies em Alcatrazes e Castilho e, provavelmente, o preferido por essas plantas em Bom Abrigo e Casca.

  11. Uso da cinza da casca de arroz como carga em matrizes de poliamida 6 e poliamida 6.6 Study of the use of rice husk ash as filler in polyamide 6 and polyamide 6.6 matrices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldir P. Ferro

    2007-09-01

    Full Text Available Este trabalho avalia a utilização da cinza da casca de arroz como carga estrutural em poliamida 6 e poliamida 6.6. Estas matrizes poliméricas são importantes plásticos de engenharia com aplicações em várias áreas. Fez-se uma comparação das propriedades mecânicas de resistência à tração, resistência à flexão, resistência ao impacto e a propriedade térmica de fio incandescente entre compostos de poliamida 6 e poliamida 6.6, com 30% de cinza da casca de arroz, e compostos de poliamidas com 30% de talco. Os resultados das propriedades mecânicas e térmica mostraram um comportamento semelhante entre as poliamidas com 30% de cinza da casca de arroz e as poliamidas com 30% de talco. Assim sendo, o uso da cinza da casca de arroz é uma alternativa viável para a substituição do talco como carga, como foi comprovado ao confeccionar um conector elétrico injetado com poliamida 6.6 com 30% de cinza da casca de arroz. Portanto, este trabalho contribui para a diminuição de um problema ambiental, possibilitando o uso da cinza da casca de arroz em processos industriais.This work evaluates the technical viability of the use of rice husk ash as filler in polyamide 6 and polyamide 6.6 which are one of the main engineering plastics with applications in several areas. A comparison was made among the mechanical properties of tensile strength, flexural strength, impact strength and the thermal property of glow wire of polyamide 6 and polyamide 6.6 compounds with 30% of rice husk ash and the compounds of these polyamides with 30% of talc. The results of mechanical and thermal properties showed a similar behavior among the polymeric matrices of polyamide with 30% of rice husk ash and 30% of talc. This was verified by the manufacturing of an electric connector injected with polyamide 6.6 with 30% of rice husk ash. Thus, the use of rice husk ash is a viable alternative for the substitution of talc as filler. So, this work contributes for

  12. Substituição do farelo de milho pela farinha de manga no desempenho da tilápia-do-nilo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.F.B. Melo

    2012-02-01

    Full Text Available Avaliou-se nesta pesquisa o efeito de diferentes fontes de carboidratos no desempenho de alevinos de tilápia. Foram testadas quatro dietas isoproteicas com diferentes concentrações de farinha de manga 0; 33, 66, e 100% em substituição ao milho. O período de alimentação foi de 45 dias, e a taxa de arraçoamento foi de 8% da biomassa. Foram utilizados 360 alevinos de tilápia-do-nilo, com peso médio inicial de 2,08±0,13g, distribuídos em 12 caixas de 500L, em um sistema de recirculação de água com biofiltro. Foram avaliados índices de desempenho, consumo de ração, rendimento de carcaça e sobrevivência. Os resultados obtidos demonstraram que o ganho de peso individual, o ganho médio diário, a taxa de crescimento específico, o consumo de ração aparente, a conversão alimentar aparente e a sobrevivência não foram afetados pelas fontes de carboidratos testadas. O rendimento de carcaça foi influenciado pela farinha de manga na ração. Concluiu-se que o milho na dieta pode ser substituído 100% pela farinha de manga para a tilápia, sem prejudicar o desempenho.

  13. Digestibilidade aparente de dietas contendo milho ou casca de mandioca como fonte energética e farelo de algodão ou levedura como fonte protéica em novilhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Adriana de Souza

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - Vinte e oito novilhas, com 303 kg PV médio, foram usadas para determinar a digestibilidade aparente da matéria seca (MS, proteína bruta (PB, matéria orgânica (MO, energia bruta (EB, fibra em detergente ácido (FDA, fibra em detergente neutro (FDN e amido, em dietas contendo grão de milho ou casca de mandioca e levedura ou farelo de algodão mais farinha de carne e ossos, durante sete dias. O efeito da adição de sal ou sal mineral às dietas também foi avaliado. A cinza insolúvel em ácido foi usada como indicador interno. As digestibilidades da MS, MO e EB foram maiores para as dietas contendo levedura em relação àquelas com farelo de algodão + farinha de carne e ossos. O mesmo ocorreu com a digestibilidade da PB, FDA e FDN, porém somente para as dietas contendo milho como fonte energética. Não houve influência das fontes protéicas sobre a digestibilidade do amido. A casca de mandioca apresentou maior digestibilidade dos nutrientes em comparação ao milho. O sal mineral promoveu maior digestibilidade da MS, PB, MO, FDN e amido em comparação às dietas à base de milho e sal.

  14. Síntese e impregnação de peneiras moleculares Fe MCM-41 derivada de sílica da casca do arroz

    OpenAIRE

    Miranda, Auristela Carla de

    2011-01-01

    As peneiras moleculares mesoporosas do tipo MCM-41 e FeMCM-41, são consideradas promissoras como suporte para metais, usadas como catalisadores em processos de refino de materiais a base de petróleo e como adsorventes com o propósito de proteção ambiental. Neste trabalho MCM-41 e FeMCM-41 foram sintetizadas utilizando a cinza da casca de arroz CCA, como alternativa para a fonte de sílica. O método escolhido foi a síntese hidrotermal para o preparo dos materiais, a temperatura...

  15. Aplicação da cinza da casca do arroz em argamassas de assentamento Application of the rice husk ash in mortars for bricklaying

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabelle M. T. Bezerra

    2011-06-01

    Full Text Available A cinza produzida pela queima da casca do arroz tem potencial para ser utilizada na confecção de argamassas por possuir, em sua constituição, alto teor de sílica (SiO2, podendo ser utilizada também como material pozolânico. Esta pesquisa objetivou verificar a viabilidade da utilização da cinza da casca do arroz (CCA em argamassas de assentamento. Realizou-se a caracterização química e mineralógica da CCA e se determinou o índice de atividade pozolânica. Para as argamassas foi determinado o índice de consistência e, em seguida, confeccionados corpos de prova de referência (sem CCA e também com percentuais de 6, 9, 15, 20 e 30% de CCA, como substituição parcial do cimento, para o traço 1:2:9, em massa, e ensaiados após períodos de cura de 28, 63 e 91 dias para determinação da densidade de massa no estado endurecido, absorção de água e resistência à compressão simples. Os resultados mostram que a CCA apresenta pozolanicidade e os corpos de prova com incorporação da CCA forneceram valores superiores aos de referência com relação às propriedades físicas e mecânicas, devido à provável ocorrência das reações pozolânicas e que a utilização da CCA é viável, tanto do ponto de vista técnico quanto ecológico.The ash produced by the burning of the rice husk presents potential for application in mortar production because has high silica content (SiO2, and so it can be used as pozzolan. This research aimed to verify the viability of rice husk ash (RHA added to mortars for bricklaying. Chemical and mineralogical characterization of RHA was initially carried out and the pozzolanic activity was determined. For the production of mortars, the consistence of each mixture studied was determined and then reference mortars (without CCA and mortars with incorporated RHA were produced with 6, 9, 15, 20 and 30% of RHA in partial substitution of cement for mortar 1:2:9 (mass ratio, in curing period of 28, 63 and 91 days

  16. Caracterização da casca de café (coffea arábica, L) in natura, e de seus produtos obtidos pelo processo de pirólise em reator mecanicamente agitado

    OpenAIRE

    João Paulo da Silva

    2012-01-01

    Resumo: O café é um importante produto na balança comercial brasileira e seu processamento gera a casca como um resíduo. O objetivo deste trabalho foi a caracterização física, termoquímica e fluidodinâmica da casca de café (coffea arábica, L) visando sua aplicação em processo de pirólise convencional em reator mecanicamente agitado e posterior caracterização das frações líquida e sólida geradas. O trabalho envolveu as seguintes etapas: (i) caracterização física e termoquímica da casca de café...

  17. Biodisponibilidade de ferro do açaí (Euterpe oleracea Mart.) e da farinha de mandioca fortificada com ferro em ratos

    OpenAIRE

    Toaiari,Sirlene Duarte Alves; Yuyama,Lucia Kiyoko Ozaki; Aguiar,Jaime Paiva Lopes; Souza,Risonilce Fernandes Silva

    2005-01-01

    OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar a biodisponibilidade do ferro do açaí (Euterpe oleracea Mart.) e da farinha de mandioca fortificada com ferro, utilizando o método de depleção e repleção de hemoglobina em ratos. MÉTODOS: No período de depleção, durante a lactação, as ratas (Rattus novergicus) e seus filhotes receberam ração à base de caseína (American Institute of Nutrition - 93G), sem adição de ferro na mistura salina, sendo que os filhotes, quando desmamados, continuaram a r...

  18. O uso da casca da castanha do caju, Anacardium occidentale, como moluscicida alternativo The use of cashew nut shell of caju (Anacardium occidentale as alternative molluscicide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Pereira de Souza

    1992-10-01

    Full Text Available Bioensaios usando extratos hexânicos de cascas da castanha do caju, Anacardium occidentale, coletadas no Ceará em 1972 (amostra 1 e em 1987 (amostra 2 foram feitos sobre moluscos adultos e desovas de Biomphalaria glabrata, B. tenagophila e B. straminea, no laboratório e no campo. As cascas, 18,5 g, sem triturar amostra 1, também foram testadas sobre moluscos adultos e desovas das três espécies. A toxidez do extrato foi testada ainda sobre peixes (Poecilia reticulata e girinos. As concentrações letais CL90, amostra 1, foram de 2,0 a 2,2 ppm para os moluscos das três espécies. Para B. glabrata adultos, recém-eclodidos e desovas as CL90, amostra 2, foram de 2,0, 0,5 e 30,0 ppm respectivamente. As cascas causaram mortalidade de 40 a 80% dos moluscos e de 22 a 35% dos embriões, ocasionando redução de 40 a 55% na oviposição das três espécies. O extrato hexânico, amostra 2, foi inócuo para girinos e peixes até 2 ppm. No campo, em poços com água parada, tratados com 20 ppm do extrato, amostra 1, ocorreu 97,1% de mortalidade de B. straminea e 100% de B. glabrata e B. tenagophila. Com a niclosamida a 3 ppm ocorreu 100% de mortalidade das três espécies.Bioassays using hexanolic extracts of cashew nut shells, of Anacardium occidentale, collected in Ceará in 1972 (Sample 1 and 1987 (Sample 2 were undertaken with adult snails and egg masses of Biomphalaria glabrata, B. tenagophila and B. straminea both in the laboratory and in the field. Non extracted shells, 18.5 g, sample 1, were also tested with adult snails and egg masses of the three species. The toxicity of extract was tested with fish (Poecilia reticulata and tadpoles. The lethal concentration, CL90, of sample 1 was from 2.0 to 2.2 ppm for adult snails of the three species. With sample 2, the CL90 was 2.0, 0.5 and 30.0 ppm for B. glabrata adults, newly hatched snails and egg mass respectively. Non extracted shells caused 40 - 80% mortality of adult snails, 22 - 35% mortality

  19. EFEITO DA ADIÇÃO DE FARINHA DE LINHAÇA NO PROCESSAMENTO DE BISCOITO TIPO CRACKER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leda Maria Braga MACIEL

    2009-06-01

    Full Text Available

    Na última década o consumo de linhaça (Linum usitatissimum L. vem aumentando e despertando o interesse de muitos pesquisadores, porque ela contém combinações funcionais como o ácido linolênico (ALA, lignanas e fibras que estão relacionados ao seu potencial benéfico à saúde. O objetivo desse trabalho foi desenvolver biscoitos tipo cracker, adicionados de farinha de linhaça e avaliar suas características físico-químicas e sensoriais. Os biscoitos foram desenvolvidos pela adição 10% (CL10, 15% (CL15 e 20% (CL20 de farinha de linhaça à formulação padrão (CSL. As modificações mais significativas na composição dos biscoitos foram verificadas nos teores de lipídios e proteínas. A adição de farinha de linhaça provocou aumento significativo nos teores de proteínas, sais minerais e fibras, tornando os biscoitos um produto com alto teor de fibra alimentar. A aceitabilidade dos crackers foi avaliada por 96 provadores, quanto à aparência, cor, sabor, textura, aceitação geral, intenção de compra e escala do ideal para dureza. Houve diferença significativa (p < 0,05 para todos os atributos, entre as formulações, com exceção das formulações CSL e CL20. Os resultados de intenção de compra sugerem que os consumidores apresentam maior interesse na aquisição dos crackers com adição de 15% de farinha de linhaça.

  20. Estudo comparativo da constituição nutricional da madeira e casca de espécies e clones de Eucalipto visando o cultivo de Shiitake em toras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meire Cristina Nogueira de Andrade

    2011-04-01

    Full Text Available Avaliou-se as propriedades nutricionais da madeira e casca de sete espécies e três clones de eucalipto visando o cultivo de shiitake em toras. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 10 tratamentos (tipos de eucalipto e 3 repetições, sendo cada repetição correspondente a uma amostra mista de serragem obtida de discos coletados em alturas diferentes (9cm, meio e 14cm de diâmetro de uma mesma árvore. As cascas foram removidas das cunhas de madeira para análise individual de ambas. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Análise Química de Fertilizantes e Corretivos, pertencente ao Departamento de Recursos Naturais - Ciência do Solo - FCA/ UNESP, para a determinação da composição de macro e micronutrientes. O nitrogênio foi determinado pelo método de oxidação com ácido perclórico; o fósforo, através de extração nítrico-perclórico e determinação colorímetrica (método espectrofotométrico do ácido molibdovanadofosfórico; o potássio, por fotometria de chama; o carbono, por queima em mufla; o enxofre, por gravimetria e o cálcio, magnésio, sódio, cobre, ferro, manganês e zinco, por espectrofotmetria de absorção atômica. De acordo com os resultados obtidos e como esperado, verificou-se que o elemento S não foi detectado em nenhum dos tipos de eucalipto analisados, tanto para a casca como para a madeira; os elementos Mg, Na e Mn, para a madeira, apresentaram diferenças de teor entre os tipos de eucaliptos avaliados. Para a casca, K2O, C, Cu e Mn demonstraram possuir diferentes teores em função do tipo de eucalipto. As cascas dos tipos de eucaliptos apresentaram teores médios elevadíssimos de Ca (77x, K (3,7x, Mg (39x, Na (2,5x, Mn (26x e Fe (1,9x em relação às correspondentes madeiras (o elemento predominante na casca foi o Ca. Os elementos predominantes na madeira foram Ca, K, Mg e P.

  1. QUANTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO ENERGÉTICA DA MADEIRA E CASCA DE ESPÉCIES DO CERRADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ailton Teixeira do Vale

    2002-04-01

    Full Text Available Em uma faixa de cerrado sensu stricto, de 63,56 ha, da Fazenda Água Limpa, de propriedade da Universidade de Brasília-DF, foram delimitadas dez parcelas de 20 x 50 m cada nas quais se identificaram e medam as alturas totais e o diâmetro, tomado a 30 cm de altura do solo, de todas as árvores com diâmetro igual ou superior a 5cm. Foram sorteadas para serem derrubadas e pesadas, no máximo três (3 indivíduos por espécie e por classe de diâmetro, em sete classes diametrais pré-estabelecidas (5-9; 9-13...., 29-33 cm. Em cada indivíduo, foram coletadas seções transversais a zero (base, 25, 50, 75 e 100% (topo da altura do tronco, partindo da base, embaladas em sacos plásticos e levadas para laboratório, para obtenção da massa específica básica, do poder calorífico superior e dos teores de cinzas, materiais volátil e carbono fixo da madeira e da casca. Foram identificadas 47 espécies. A biomassa seca do povoamento apresentou 71% de madeira e 29% de casca, sendo a árvore formada, em média, de 53% de ramos e 47% de tronco. A produção média de biomassa seca total para a área foi de 12,38 t/ha, com variações individuais de 0,44 kg/ha (Symplocos rhaminifolia, com um indivíduo/ha a 2.886,04 kg/ha (Sclerolobium paniculatum, com 46 indivíduos/ha. A produção média por árvore foi de 18,39 kg. A massa específica básica da madeira variou de 0,20 g/cm3 a 0,78 g/cm3 e a da casca de 0,17 g/cm3 a 0,67 g/cm,3. O poder calorífico superior variou de 4.516 kcal/kg a 4.989 kcal/kg, com média de 4.763 kcal/kg, enquanto o da casca variou de 4.187 kcal/kg a 5.738 kcal/kg. O teor de carbono fixo médio foi de 20,73% para a madeira e de 25,19% para a casca. Vochysia thysoidea destacou-se pela grande produção energética (392,49 Mcal/árvore, 20 árvores/ha e 7.849,80 Mcal/ha em função da alta produção de biomassa tanto individual quanto por área, porém com características físicas da madeira inferiores (massa específica baixa

  2. Quantificação e caracterização energética da madeira e casca de espécies do cerrado.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ailton Teixeira do Vale

    2010-08-01

    Full Text Available Em uma faixa de cerrado sensu stricto, de 63,56 ha, da Fazenda Água Limpa, de propriedade da Universidade de Brasília-DF, foram delimitadas dez parcelas de 20 x 50 m cada nas quais se identificaram e medam as alturas totais e o diâmetro, tomado a 30 cm de altura do solo, de todas as árvores com diâmetro igual ou superior a 5cm. Foram sorteadas para serem derrubadas e pesadas, no máximo três (3 indivíduos por espécie e por classe de diâmetro, em sete classes diametrais pré-estabelecidas (5-9; 9-13...., 29-33 cm. Em cada indivíduo, foram coletadas seções transversais a zero (base, 25, 50, 75 e 100% (topo da altura do tronco, partindo da base, embaladas em sacos plásticos e levadas para laboratório, para obtenção da massa específica básica, do poder calorífico superior e dos teores de cinzas, materiais volátil e carbono fixo da madeira e da casca. Foram identificadas 47 espécies. A biomassa seca do povoamento apresentou 71% de madeira e 29% de casca, sendo a árvore formada, em média, de 53% de ramos e 47% de tronco. A produção média de biomassa seca total para a área foi de 12,38 t/ha, com variações individuais de 0,44 kg/ha (Symplocos rhaminifolia, com um indivíduo/ha a 2.886,04 kg/ha (Sclerolobium paniculatum, com 46 indivíduos/ha. A produção média por árvore foi de 18,39 kg. A massa específica básica da madeira variou de 0,20 g/cm3 a 0,78 g/cm3 e a da casca de 0,17 g/cm3 a 0,67 g/cm,3. O poder calorífico superior variou de 4.516 kcal/kg a 4.989 kcal/kg, com média de 4.763 kcal/kg, enquanto o da casca variou de 4.187 kcal/kg a 5.738 kcal/kg. O teor de carbono fixo médio foi de 20,73% para a madeira e de 25,19% para a casca. Vochysia thysoidea destacou-se pela grande produção energética (392,49 Mcal/árvore, 20 árvores/ha e 7.849,80 Mcal/ha em função da alta produção de biomassa tanto individual quanto por área, porém com características físicas da madeira inferiores (massa espec

  3. Efeito do uso da farinha desengordurada do Sesamum indicum L nos níveis glicêmicos em diabéticas tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Siqueira Figueiredo

    Full Text Available Existe um incremento nas pesquisas de plantas e grãos com atividades hipoglicemiantes para prevenção e terapêutica do Diabetes Mellitus, que aumenta em grandes proporções mundialmente. Este estudo avalia o efeito do uso da farinha desengordurada do Sesamum indicum L. nos níveis glicêmicos de diabéticas tipo II submetidas a tratamento dietoterápico. Ensaio clínico controlado e aberto, em dois grupos, experimental (GE e controle (GC com avaliação na linha de base (AB, aos 30 (A-30 e 60 dias (A-60. As características gerais não apresentaram diferenças estatísticas entre os grupos. Observou-se diferença estatística significativa na glicemia de jejum (GJ (p = 0,004 na AB, na GJ (p = 0,002 e peso (p = 0,020 na A30, e apenas no peso (p = 0,011 na A60. Nas glicemias pós-prandiais (GP e hemoglobinas glicosiladas não houve diferença estatística em nenhuma das avaliações entre os grupos. Evidenciou-se diferença estatística entre a AB - A30 em relação ao peso nos dois grupos, e na AB - A60 na GP (p = 0,04 e peso (p = 0,01 no GE, mas apenas no peso (p = 0,03 no GC. A farinha de gergelim contribuiu no controle glicêmico e no peso em pacientes diabéticas, de forma econômica, saborosa e saudável.

  4. Mito de artista: Franklin Joaquim Cascaes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Carmes Krüger

    2012-05-01

    Full Text Available Franklin Joaquim Cascaes nasceu no município de São José, no bairro de Itaguaçu (hoje pertencente ao município de Florianópolis - SC, no dia 16 de outubro de 1908, vindo a falecer em março de 1983. Cascaes, no seu trabalho de pesquisa nas colônias pesqueiras, conversava, anotava, pintava e modelava. Este artigo apresenta a proposta de identificar a construção mítica da identidade artística de Franklin Joaquim Cascaes. A metodologia utilizada para a apreensão do mito em Cascaes é a proposta por Durand, ou seja, a realização de análise do discurso do artista e da crítica. A análise apresentada é a fala do próprio artista e o capítulo da tese de Araujo, intitulado Franklin Cascaes, o mito vivo da Ilha.

  5. Fortificação das farinhas com ferro e controle da anemia em gestantes de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Dias de Souza Filho

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Comparar níveis de hemoglobina e ocorrência de anemia em gestantes antes e depois da fortificação das farinhas e caracterizar a prática alimentar de gestantes usuárias atuais dos serviços. MÉTODOS Estudo transversal que analisou dados de hemoglobina de gestantes atendidas em dois serviços públicos de maior demanda pré-natal do Município de Teresina, Piauí. Os dados foram obtidos de 854 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: não fortificado (427 gestantes com parto anterior a junho/2004 e fortificado (427 gestantes com data da última menstruação posterior a junho/2005. Gestantes com nível de hemoglobina <11,0g/dL foram consideradas anêmicas. O consumo alimentar foi analisado por meio de questionário de frequência alimentar semiquantitativo. RESULTADOS Níveis médios de hemoglobina aumentaram significativamente de 11,7g/dL, DP=1,2 para 12,4g/dL, DP=1,3 (p<0,001 após a fortificação. A prevalência de anemia caiu de 27,2% no grupo não fortificado para 11,5% no grupo fortificado (p<0,001. CONCLUSÃO Houve melhora significativa no quadro de anemia após a fortificação das farinhas, o que sugere que a intervenção foi efetiva no controle da deficiência de ferro, porém o estudo não permite atribuir tal resultado apenas à implantação dessa medida, embora análise da prática alimentar tenha mostrado que as gestantes de Teresina (PI apresentaram condição diferenciada de alimentação, com consumo frequente de fontes naturais de ferro e de facilitadores de sua absorção, além de alimentos fortificados.

  6. Mulita a partir de hidróxido de alumínio e de sílica da casca de arroz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza M. F. de

    1999-01-01

    Full Text Available Mulita foi sintetizada a partir do hidróxido de alumínio, Al(OH3, purificado de rejeito industrial, e de sílica obtida a partir da queima, a 500 oC, da casca de arroz purificada. Ainda que o processo de formação da mulita se inicie a 1300 oC as experiências foram conduzidas a 1600 oC durante 8,0 h a fim de se medir a densidade final das peças e se observar o efeito da adição de ítria no processo. As densidades aparentes encontradas foram de 2,70 g/cm3 e 2,84 g/cm3, respectivamente, para a mulita pura e para a formulação mulita com 5,0% em peso de Y2O3. A microestrutura da mulita dopada com ítria mostra alguns grãos longos, até 30 mm. A análise de EDS mostrou que o ítrio foi incorporado na mulita

  7. Efeito antimicrobiano e modulador do óleo essencial extraído da casca de frutos da Hymenaea courbaril L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gleilton Weyne Passos Sales

    2014-09-01

    Full Text Available O Jatobá (Hymenaea courbaril L. possui um amplo histórico de utilização, seus frutos são compostos por óleos essenciais, taninos, substâncias amargas, matérias resinosas e pécticas, amido e açúcares, O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antimicrobiana e moduladora do óleo essencial extraído da casca de frutos da Hymenaea courbaril L, (OEHc sobre cepas de S, aureus oxacilina sensíveis (OSSA de referência, Para a avaliação da atividade antimicrobiana foram determinadas as Concentrações Inibitória (CIM e Letal Mínimas (CLM do OEHc e o efeito do tempo de exposição a concentrações do OEHc, o efeito modulador do OEHc sobre antibióticos de uso clínico foi avaliado pelo teste de difusão em ágar modificado, OEHc inibiu o crescimento das cepas de S, aureus ATCC 6538P (CIM = CLM = 0,28% v/v e S, aureus ATCC 14458 (CIM = 0,28% v/v, CLM = 0,56% v/v, A CLM do OEHc foi capaz de inviabilizar as cepas OSSA testadas em 8 horas (S, aureus ATCC 6538P e 24 horas (S, aureus ATCC 14458 e a CIM inibiu o crescimento de S, aureus ATCC 14458 até 48h de exposição, A ação moduladora do OEHc na atividade de antibióticos de uso clínico variou com o ATM e com a cepa testada, Os resultados encontrados mostram que o OEHc possui uma boa atividade antimicrobiana sobre a espécie Gram-positivo S, aureus, revelando seu efeito modulador sinérgico quando associado a antibióticos de uso clínico, demonstrando ser o OEHc um forte candidato para o desenvolvimento de fármacos com atividade antimicrobiana.

  8. PROPRIEDADES NUTRICIONAIS, TECNOLÓGICAS E SENSORIAIS DE BISCOITOS COM SUBSTITUIÇÃO DE FARINHA DE TRIGO POR FARINHA DE AVEIA OU FARINHA DE ARROZ PARBOILIZADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LETíCIA MARQUES DE ASSIS

    2009-09-01

    Full Text Available

    O objetivo no trabalho foi verifi car a viabilidade quanto às características nutricionais, tecnológicas e sensoriais da substituição parcial de farinha de trigo por farinha de aveia ou farinha de arroz parboilizado em biscoitos tipo “cookie”. Foram elaboradas formulações de biscoitos com 100% farinha de trigo e com substituição de farinha de trigo em 25, 50 e 75% por farinha de aveia e por farinha de arroz parboilizado. Os biscoitos foram avaliados através de parâmetros químicos, físicos, cor, textura e atributos sensoriais. A adição de farinha de aveia aos biscoitos proporcionou maior maciez, leve escurecimento e sensorialmente não apresentou diferença signifi cativa em comparação com o biscoito elaborado com 100% farinha de trigo. Nutricionalmente os biscoitos com farinha de arroz parboilizado apresentaram maior teor de amido resistente e menor teor de lipídios do que os formulados com 100% farinha de trigo. Tecnologicamente, os produtos tornaram-se mais macios, e sensorialmente os biscoitos com até 75% de farinha de arroz parboilizado não diferiram significativamente quando comparados ao biscoito elaborado com 100% farinha de trigo.

  9. Composição e estabilidade lipídica da farinha de espinhaço de tilapia Composition and lipid stability of tilapia fishbone flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugênia Petenuci

    2010-10-01

    Full Text Available Espinhaços de tilápias (Oreochromis niloticus são partes do peixe de composição desconhecida. A composição lipídica dos espinhaços não é citada na literatura, bem como a estabilidade da farinha do espinhaço durante o armazenamento. Nesse sentido, realizou se estudo de processamento dos espinhaços envolvendo etapas de cocção, trituração, secagem, peneiramento e armazenamento da farinha. A farinha ficou armazenada sob refrigeração por um período de 90 dias, sendo sua qualidade monitorada por meio da composição em ácidos graxos, índice de acidez e análises microbiológicas. Os resultados da composição centesimal foram de 14,2% (umidade, 40,8% (proteína, 18,3% (resíduo mineral fixo e 25,3% de lipídios totais. Nos lipídios totais foi identificado um total de 24 ácidos graxos, com predominância dos ácidos graxos (porcentagem média de 27.4% (ácido palmítico, 16:0, 35,15% (ácido oléico, 18:1n-9 e 11,82% (ácido linoléico, 18:2n-6 e, em menor proporção: 0,88% (ácido alfa-linolênico, 18:3n-3, 0,08% (ácido eicosapentaenóico, 20:5n-3 e 0,59 (ácido docosahexaenóico, 22:6n-3. Durante os 90 dias de armazenamento, foram observadas algumas alterações no índice de acidez e composição de alguns ácidos graxos, no entanto, para 60 dias de armazenamento, não foram observadas alterações na composição de nenhum ácido graxo, do índice de acidez e nas análises microbiológicas.The composition of the tilapia (Oreochromis niloticus fishbone is unknown. Lipid composition fishbone is not cited in the literature, and neither is the stability of the flour of the fishbone during storage. We studied the processing of fishbone cooking, grinding, drying, sieving and the storage of the flour. The flour was stored in a refrigerator for a period of 90 days, and its quality was monitored through fatty acid composition, acid index and microbiology control. The results of the proximate composition were of 14.2% (moisture, 40

  10. Avaliação da influência da casca no processamento de sucos clarificados de maçãs Fuji e Gala - DOI: 10.4025/actascitechnol.v29i1.95

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Dalva Godoy Danesi

    2007-12-01

    Full Text Available Devido ao aumento da produção de maçãs no Brasil, um excedente do consumo in natura pode ser destinado à industrialização. Os sucos de maçãs são uma interessante alternativa de aproveitamento de frutas. Os componentes aromáticos estão distribuídos na fruta e o processamento pode influenciar a sua composição. Além disso, as enzimas responsáveis por escurecimento e off-flavor devem ser inibidas ou eliminadas para melhorar a qualidade dos sucos. Maçãs das variedades Fuji e Gala foram processadas com a casca e sem a casca para obtenção de sucos clarificados através de enzimas pectinolíticas e tratamento com gelatina e bentonita. As maçãs e os sucos obtidos foram submetidos a análises físico-químicas, microbiológicas, sensoriais e de rendimento. Os resultados das análises microbiológicas mostraram a eficiência do processamento e do tratamento térmico adotado. Pelo fato dos atributos físico-químicos e a aceitabilidade global, nos sucos com e sem a casca, não terem diferido de forma significativa (nível de significância de 5%, pode-se concluir que o processamento de sucos clarificados com a casca é o mais indicado, uma vez que assim obtêm-se rendimentos superiores.

  11. ARMAZENAMENTO DA FARINHA DE TRIGO ENRIQUECIDA COM FERRO E ÁCIDO FÓLICO E SEU EFEITO NA PRODUÇÃO DE PÃO DE FORMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. C. GUTKOSKI

    2008-11-01

    Full Text Available

    A importância das vitaminas e minerais na prevenção de doenças tem motivado a saúde pública a implementar programas de enriquecimento de alimentos. Diante disso, o Ministério da Saúde tornou obrigatória a fortificação das farinhas de trigo e milho com ferro e ácido fólico. O trabalho objetivou estudar farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico durante o armazenamento e a sua influência na produção de pão de forma. A farinha de trigo foi caracterizada quimicamente. Os microingredientes foram adicionados nas concentrações de 1.2, 2.1, 4.2, 6.3, 7.2 mg 100g-1 de ferro e 44, 75, 150, 225, 256ug 100 g-1 de ácido fólico. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado e os resultados avaliados por análise de variância (ANOVA e regressão polinomial. Nos modelos significativos, as médias foram comparadas entre si pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade de erro. Os microingredientes ferro e ácido fólico não interferiram nas características físico-químicas e de panificação da farinha de trigo, sendo as alterações encontradas decorrentes de sua maturação durante o armazenamento.

  12. Efeito da temperatura sobre a composição físico-química e compostos bioativos de farinha de taro obtida em leito de jorro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Souza de Castro

    2017-05-01

    Full Text Available Resumo A produção de farinhas a partir de frutas, hortaliças e de tubérculos não convencionais para esse processo vem sendo estudada como uma alternativa de produção de alimentos. Dentre os tubérculos, tem-se o taro, o qual pode ser consumido de várias maneiras: cozido, em forma de purê, como ingrediente para sopas e ensopados e em forma de farinha. Desta forma, objetivou-se com este trabalho estudar o processo de secagem por atomização do taro, em leito de jorro, sob diferentes temperaturas e avaliar a influência de condições operacionais no rendimento e na qualidade do produto após sua secagem. As análises físico-químicas realizadas no produto in natura e nas farinhas foram: teor de água, pH, acidez total titulável e ácido ascórbico total, atividade de água (25°C e cor, além de compostos fenólicos e flavonoides. As farinhas obtidas apresentaram vitamina C variando de 0,05 a 0,17 mg/100g, compostos fenólicos variando de 4,42 a 5,60 mg/100 g e quantidade de flavonoides de 1,05 a 4,30 µg/100 g, tornando-as alimentos fonte de compostos bioativos, os quais podem ser adicionados na elaboração de outros produtos ou inseridos na dieta humana. Conclui-se que a farinha obtida sob a temperatura de 90°C apresentou os maiores conteúdos de vitamina C, porém as farinhas obtidas sob as temperaturas de 70 °C e 80 °C possuem pH próximo da neutralidade, além do teor de água em porcentagem reduzida prolongar a vida de prateleira do produto.

  13. Remoção de polifenóis da farinha de folhas de mandioca Removal of polyphenols of the flour cassava leaves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita Duarte Corrêa

    2004-06-01

    Full Text Available A farinha de folhas de mandioca apresenta baixa digestibilidade, mesmo possuindo um teor relativamente elevado em proteínas, principalmente, devido à presença de substâncias como os polifenóis. Visando melhorar o aproveitamento protéico desta farinha, empregaram-se três solventes (água, etanol 50mL/100mL e hidróxido de amônio 1mol/L para remover os polifenóis. Folhas maduras de mandioca foram coletadas na fase vegetativa, em três repetições, colocadas em bandejas de papel e secas à sombra sobre bancadas de madeira, em recinto fechado e arejado, em temperatura ambiente. Após secagem, retiraram-se os pecíolos e as folhas foram moídas e passadas em peneira de 40mesh. A farinha foi submetida, antes e após a remoção dos polifenóis, às análises de umidade, fibra detergente neutra (FDN, fibra detergente ácida (FDA, açúcares totais, proteína bruta, vitamina C total, beta-caroteno, cianeto, inibidor de tripsina, polifenóis e digestibilidade protéica in vitro. Após remoção dos polifenóis, houve diminuição dos teores de açúcares totais, vitamina C total, inibidor de tripsina e polifenóis e aumento de FDN, FDA, proteína bruta, beta-caroteno e digestibilidade protéica in vitro. Dos solventes empregados para remover polifenóis, o hidróxido de amônio foi o mais eficaz, com índice de remoção de 94%, seguido pelo etanol (83% e água (65%. A digestibilidade da proteína in vitro aumentou em 74%, quando o solvente empregado na remoção dos polifenóis foi o hidróxido de amônio.Even featuring a relatively high level in proteins, the flour of cassavaleaves presents low digestibility, mainly, due to the presence of such substances as polyphenols. Seeking to improve the protein availability of such flour, three solvents (water, ethanol 50mL/100mL and ammonium hydroxide 1mol/L were used for the removal of the polyphenols. Mature leaves of cassava were picked in phase of vegetative development, in three repetitions, they

  14. Desempenho da tilápia-do-Nilo arraçoada com dietas contendo farinha de sangue bovino atomizado ou convencional = Performance of nile tilapia fed with spray-dried or vat-dries bovine blood meal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willian Vicente Narváez-Solarte

    2011-07-01

    Full Text Available Foi avaliado o desempenho e os índices de rendimento da tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus alimentada com níveis crescentes de farinha de sangue atomizado (FSA ou de farinha de sangue convencional (FSC em dietas formuladas com base em aminoácidos digestíveis. Foram utilizados 252 alevinos, distribuídos num delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (2 x 4 + 1, duas classes de farinha de sangue com quatro níveis de inclusão de cada farinha na dieta, e uma dieta-controle, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em uma dieta-controle à base de farelo de soja, contendo 34% de proteína digestível (PD e 3.200 kcal de energia digestível kg-1 (ED, mais quatro rações formuladas com FSA e quatro rações com FSC, com inclusões de 5, 10, 15 e 20% de cada farinha na ração, mantendo-se os níveis de PD, ED, fósforo, cálcio, lisina, metionina, treonina e triptofano idênticos aos da dieta-controle. Concluiu-se que é possível utilizar até 15% da FSC em rações para tilápia-do-Nilo na fase de 5 a 150 g de peso vivo.The study evaluated the performance and carcass composition index of Nile tilapia (Oreochromis niloticus fed with diets containing increasing levels of spray-dried blood meal (SDBM and vat-dried blood meal (VDBM and formulated based on digestible amino acids. Two hundred and fifty-two fingerlings were distributed in a completelyrandomized design, in a (2 x 4 + 1 factorial model, two types of blood meal with four levels of each blood meal in the diet, and a control diet (without blood meal, with four replications. The treatments consisted of soybean meal-based control diet, with 34%digestible protein (DP and 3,200 kcal of digestible energy kg-1 (DE, plus four diets formulated with SDBM and four diets with VDBM, containing 5, 10, 15 and 20% of each meal in feed, maintaining identical DP, DE, phosphorus, calcium, lysine, methionine, threonine and tryptophan levels as those of the control diet. The

  15. Cinética da degradação ruminal de dietas contendo farelo de casca de pequi Ruminal degradation kinetics of diets with pequi hulls bran

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Castro Geraseev

    2011-09-01

    Full Text Available A casca de pequi é um resíduo do processamento do fruto, encontrado em grande volume nas regiões do cerrado brasileiro, que pode constituir uma alternativa para a alimentação de ruminantes. Avaliou-se a cinética da degradação ruminal da matéria seca (MS, proteína bruta (PB e fibra em detergente neutro (FDN do farelo da casca de pequi (FCP e de dietas contendo diferentes níveis do resíduo em substituição ao capim-elefante (CE. Foram utilizados quatro caprinos, machos, portando cânulas ruminais, dispostos em um delineamento experimental de blocos ao acaso com parcela subdividida. Avaliaram-se os parâmetros de degradabilidade do FCP, capim-elefante e de dietas contendo 0, 10, 20 e 30% de FCP em substituição ao CE. Os alimentos foram incubados no rúmen nos tempos de 4, 8, 12, 24, 48, 72 e 96 horas. Os resultados indicaram degradação potencial da MS, PB e FDN do resíduo superiores a 90, 80 e 80%, respectivamente. A adição do FCP em substituição ao CE resultou em maior degradabilidade da matéria seca e fibra em detergente neutro, reflexo da maior fração solúvel e potencialmente degradável da MS do FCP. Para a fração protéica, a adição de FCP correlacionou-se negativamente com a fração solúvel, degradação potencial e efetiva, e positivamente com a fração insolúvel potencialmente degradável. A substituição do capim-elefante por FCP permite melhor aproveitamento da dieta, elevando o aporte de nutrientes ao animal.The pequi hulls is a waste of pequi processing, found in large volume in the Brazilian Cerrado, which may provide an alternative to ruminants' diet. This experiment was developed to evaluate the ruminal degradation kinects of dry matter (DM, crude protein (CP and neutral detergent fiber (NDF of pequi hulls bran (PHB and experimental diets, with different substitution levels of elephant grass (EG by pequi hulls bran. Four goats castrated with ruminal cannulas were used in a randomized complete block

  16. Efeito de parâmetros de extrusão na cor E propriedades de pasta da farinha de mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza Effect of extrusion parameters on color and pasting properties of peruvian carrot flour (Arracacia xanthorrhiza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Menegassi

    2007-12-01

    Full Text Available Processou-se neste trabalho a farinha de mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza Bancr. em uma linha de extrusão (mono rosca variando as condições operacionais: umidade da farinha (11-19%, temperatura de extrusão (86-154ºC e taxa de rotação da rosca (136-272rpm. Os parâmetros de cor analisados foram luminosidade (L* e os componentes de cromaticidade a* e b*. Os parâmetros de propriedade de pasta analisados foram viscosidade inicial, pico de viscosidade, quebra de viscosidade, tendência a retrogradação e viscosidade final. Os resultados obtidos mostraram que a umidade da matéria-prima interferiu nos componentes de cor das farinhas com efeito significativo sobre a luminosidade e croma a*, e a temperatura interferiu no croma b* . Quanto ao efeito dos parâmetros de processo sobre as propriedades de pasta, a umidade interferiu nas viscosidades inicial e final dos produtos, pico e quebra de viscosidade, enquanto a temperatura de extrusão e a rotação da rosca tiveram influência sobre a tendência a retrogradação e viscosidade final dos produtos.In this work peruvian carrot flour (Arracacia xanthorrhiza Bancr. was processed in a single screw extruder at different moisture contents (11-19%, extrusion temperature (86-154ºC and screw speed (136-272rpm. The parameters L*, a* and b* of color were analyzed in extruded flours. The viscosity related parameters determined include initial viscosity, viscosity peak, breakdown, setback and final viscosity. The results showed effect of feed moisture on flour color (L* and a* and the extrusion temperature influenced b*. Moisture content of the feed had effect on initial and final viscosity, viscosity peak and breakdown. Extrusion temperature and screw speed had effect on final viscosity and setback.

  17. Efeito do armazenamento à baixa temperatura (-4 ºC na cor e no teor de acidez da farinha de trigo Effect of storage at low temperature (-4 ºC in the color and acidity content of wheat flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ortolan

    2010-03-01

    Full Text Available Durante o armazenamento de farinha de trigo, podem ocorrer mudanças bioquímicas que resultam em alterações nutricionais e tecnológicas, sendo que em baixa temperatura estas mudanças ocorrem mais lentamente. Entre as alterações, pode-se citar o aumento da acidez, a redução do pH e as modificações na sua cor. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos do armazenamento à baixa temperatura (-4 ºC na cor e na acidez da farinha de trigo durante seis meses e correlacionar os resultados obtidos para investigar se a acidez tem relação com a cor da farinha. Foram utilizadas farinhas provenientes de dez genótipos de trigo cultivados em Cascavel, no Estado do Paraná. A cor foi determinada no sistema CIEL*a*b* através dos parâmetros de cor: L* (luminosidade, a* e b* (coordenadas de cromaticidade. Usou-se procedimento da AOAC para determinação da acidez de lipídios. As farinhas apresentaram tendência ao branqueamento durante o período de seis meses de armazenamento, com ocorrência de leve aumento da acidez, mas dentro dos teores aceitáveis. A acidez não foi considerada um fator envolvido na alteração da cor das farinhas no armazenamento à baixa temperatura, pois não houve correlação entre estes dois parâmetros.During wheat flour storage, biochemical changes can occur which lead to nutritional and technological alterations, but in low temperature these changes can occur more slowly. Among the reactions, we may note are an increase in acidity, reduction of pH and modifications to its color. The present work aimed to evaluate the effects of storage at low temperature (-4 ºC on the color and acidity of wheat flour over six months and to correlate the results obtained to discover whether the acidity has any relationship with the color of the flour. Flours of ten wheat genotypes, cultivated in Cascavel, in Paraná State were used. The color was determined via the CIEL*a*b* system using the color parameters: L

  18. Produção e composição do efluente da silagem de capim-elefante com casca de café Production and composition of elephant grass and coffee hull silage effluent

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dawson José Guimarães Faria

    2010-03-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido para avaliar os efeitos do processamento (com ou sem moagem e da inclusão de casca de café na silagem de capim-elefante sobre a produção e composição do efluente. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 × 5, com dois processamentos (com ou sem moagem e cinco níveis de casca (0; 6; 12; 18 e 24%, cada um com três repetições. Para avaliação da composição do efluente, adotou-se o esquema de parcelas subdivididas, em que a parcela principal foi constituída de fatorial 2 × 3, com dois processamentos e três níveis de casca (0; 6; 12% e a subparcela, dos dias de colheita do efluente, com três repetições. A produção total de efluente foi de 243,1 L/t de silagem para a silagem sem casca, de 196,8; 93,2; 30,8; 3,1 L/t e de 149,1; 52,3; 30,8 e 0,0 L/t para as silagens com a casca inteira e moída nos níveis de 6, 12, 18 e 24%, respectivamente. O processamento da casca e os níveis de inclusão tiveram efeito quadrático, no tempo, sobre os teores de sólidos totais e nitrogênio total. Foi detectado efeito quadrático do processamento e dos dias e dos níveis de casca e dias, respectivamente, sobre a composição em cálcio e magnésio. Os níveis de casca e o processamento da casca de café tiveram efeito linear sobre o conteúdo de fósforo no efluente. Houve efeito do processamento, dos níveis de casca e dos dias nas demandas química e bioquímica de oxigênio. A casca de café é eficiente em reduzir a produção de efluente da silagem de capim-elefante, principalmente quando moída, pois tem mais efeito que inteira. A composição do efluente é influenciada pelos dias de coleta do efluente e pelos níveis e processamento da casca de café.The experiment was carried out to evaluate the effects of processing (whole or ground and including coffee hulls in elephant grass silage on the effluent production and composition. A randomized complete design in a 2 × 5

  19. Obtenção de mulita porosa a partir da sílica da casca de arroz e do acetato de alumínio Porous mullite obtained using silica from rice husk and aluminum acetate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. R. Menezes

    2008-06-01

    Full Text Available O grande volume de produção de arroz no mundo gera uma enorme quantidade de rejeito na forma de cascas e de cinzas oriundas da queima da casca. Esses resíduos são fontes de poluição e contaminação, podendo agredir diretamente a saúde da população. Assim, esse trabalho tem por objetivo a obtenção de mulita porosa a partir da sílica da casca de arroz e do acetato de alumínio. O resíduo foi física e quimicamente caracterizado e em seguida misturado com acetato de alumínio para a produção do precursor da mulita. O material precursor foi caracterizado termicamente e com base nos resultados foi calcinado a 850 ºC e 1200 ºC. Os corpos de prova foram queimados a 1500 ºC e 1600 ºC e caracterizados pela determinação de sua porosidade aparente, absorção de água e densidade aparente e por difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura. Os resultados indicaram que a sílica é constituída por material amorfo e aglomerados micrométricos de partículas submicrométricas e nanométricas. Com base nos resultados conclui-se que a sílica obtida da casca de arroz e o acetato de alumínio podem ser utilizados com sucesso para a produção de corpos mulíticos porosos com porosidades superiores a 48%.The production of rice around the world generates large amounts of waste in the form of husks and ashes from husks burning, which are sources of environmental contamination and pollution. The aim of this work was obtain porous mullite bodies using the silica from the rice husk and aluminum acetate. The waste material was physically and chemically characterized. The mullite precursor was produced mixing the waste and aluminum acetate. The thermal behavior of mullite precursor was described. The precursor was fired at 850 ºC and 1200 ºC and sample bodies were sintered at 1500 and 1600 ºC. Sintered samples were characterized to determine their apparent porosity, water absorption, apparent density, and microstructurally

  20. Avaliação da casca de aveia para produção biotecnológica de xilitol - DOI: 10.4025/actascitechnol.v26i2.1509

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Tamanini

    2004-03-01

    Full Text Available A aveia, cereal rico em fibras, cultivada principalmente no Sul do Brasil libera 25-30% do peso do grão como casca, quando processada industrialmente para fins alimentícios, causando impacto ambiental negativo. Este resíduo pode ser utilizado como matéria prima para obtenção de xilitol, um açúcar álcool com poder adoçante comparável à sacarose, anticariogênico e permitido para diabéticos e obesos. Este poliol é produzido comercialmente por catálise química da xilose obtida de resíduos lignocelulósicos. Porém a bioconversão por leveduras representa uma alternativa a este processo. O presente trabalho teve como objetivos determinar a composição química da casca de aveia e utilizar o hidrolisado ácido deste resíduo para produção de xilitol, por fermentação descontínua, empregando Candida guilliermondii. Análises químicas demonstraram que a casca de aveia é composta de celulose (29,26%, hemicelulose (28,35% e lignina (22,22%, entre outros. A fermentação teve rendimento e produtividade volumétrica de xilitol de 0,54 g/g e 0,34 g/L.h, respectivamente

  1. Caracterização físico-química e tecnológica da farinha de soja integral fermentada com Aspergillus oryzae Physicochemical and technological characterization of whole soybean flour fermented by Aspergillus oryzae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leomar Hackbart da Silva

    2012-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, estudou-se o efeito das condições de fermentação da farinha de soja integral, utilizando-se o fungo Aspergillus oryzae, sobre as características físico-químicas e as propriedades tecnológicas da farinha de soja integral autoclavada fermentada. A farinha de soja integral autoclavada foi fermentada com o fungo Aspergillus oryzae CCT 4359, incubada às temperaturas de 30 °C e 40 °C por 24 horas e 48 horas, e seca em estufa a vácuo, a 60 °C, até 10% de umidade final, obtendo-se a farinha de soja integral autoclavada fermentada. Esta farinha foi avaliada quanto aos seguintes aspectos: composição centesimal, índice de absorção de água, índice de solubilidade do nitrogênio, índice da atividade ureática, pH, índice de acidez do extrato etéreo e cor instrumental. Os resultados indicaram que a fermentação aumentou o conteúdo de proteínas e lipídeos, reduzindo o teor de carboidratos, e não alterou os teores de cinzas, fibras e a umidade. Além disso, aumentou o índice de acidez do extrato etéreo, reduziu os índices de absorção de água, de solubilidade do nitrogênio e da atividade ureática, o qual passou de 0,61 para 0,26 unidades de pH (após fermentação a 30 °C e 40 °C, por 48 horas, o que indica a redução de fatores antinutricionais. A fermentação, porém, não influenciou a cor e o pH. O processo de fermentação promoveu modificações nas propriedades nutricionais e tecnológicas da farinha de soja integral, ampliando seu potencial de utilização na produção de alimentos mais saudáveis para o consumidor.This work studied the effect of the fermentation conditions of whole soybean flour by the mould Aspergillus oryzae on the physical and chemical characteristics and technological quality of the whole autoclaved soybean flour. The whole autoclaved soybean flour was fermented by the mould Aspergillus oryzae CCT 4359 at 30 °C and 40 °C for 24 and 48 hours, and then dried to 10% moisture

  2. Avaliação química e sensorial da farinha de resíduo de tilápias na forma de sopa

    OpenAIRE

    Stevanato,Flávia Braidotti; Petenucci,Maria Eugênia; Matsushita,Makoto; Mesomo,Michele Cristiane; Souza,Nilson Evelázio de; Visentainer,Jeane Eliete Laguila; Almeida,Vanessa Vivian de; Visentainer,Jesui Vergilio

    2007-01-01

    As cabeças de tilápias são resíduos do processamento de peixes comumente descartados e não aproveitadas como alimento. Desta forma realizou-se um estudo sobre a composição química e de ácidos graxos na farinha obtida a partir de cabeças de tilápias. Ainda foram realizadas avaliações sensorial (caldo e sopa) e química e de ácidos graxos na sopa elaborada com a farinha. Os objetivos foram avaliar a composição e aceitação dos produtos elaborados com farinha, visando o aproveitamento na alimentaç...

  3. Extração enzimática das proteínas da farinha de arroz Enzymatic extraction of proteins from rice flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Regina Vieira

    2008-09-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo extrair enzimaticamente as proteínas de uma farinha comercial de arroz. Visando aumentar o Rendimento de Extração Protéica (REP, os seguintes parâmetros foram avaliados: tipo de enzima (protease alcalina e neutra; temperatura (40, 50 e 60 °C; pH (9,5, 10,5 e 11,0; tratamento físico da amostra (sem tratamento, ultra-turrax a 16.000 rpm e ultra-som a 120 W, ambos por 5, 10 e 15 minutos; relação Enzima:Substrato (E:S de 5:100 e 10:100; e concentração inicial de matéria-prima (1:3, 1:5 e 1:10 p/v. Os teores de proteínas da farinha de arroz e dos resíduos foram determinados para o cálculo do REP. Os resultados mostraram que a melhor condição de extração protéica, que levou ao maior REP, foi a que empregou a concentração inicial de matéria-prima a 1:10 (p/v, sem tratamento físico, com pH 10,5, com a protease alcalina na relação E:S de 10:100, a 50 °C, tendo atingido um REP de 63,4%.The enzymatic extraction of proteins from a commercial rice flour was studied in this work. In order to increase the Protein Extraction Yield (PEY, the following parameters were evaluated: enzyme type (alkaline and neutral protease; temperature (40, 50 and 60 °C; pH (9.5, 10.5 and 11.0; physical treatment of the sample (no treatment; Ultra-Turrax at 16.000 rpm and ultrasound at 120 W, both for 5, 10 and 15 minutes; enzyme:substrate ratio (E:S of 5:100 and 10:100 and initial concentration of raw material (1:3, 1:5 and 1:10 w/v. The PEY was calculated using the protein contents of rice flour and the extraction residues. The results showed that the best condition for protein extraction, which gave the highest PEY (63.4%, was that using an initial concentration of raw material of 1:10 (w/v, no physical treatment, pH 10.5, the alkaline protease, an E:S of 10:100, at 50 °C.

  4. Desempenho de cordeiros Texel x Bergamácia, Texel x Santa Inês e Santa Inês puros, terminados em confinamento, alimentados com casca de café como parte da dieta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Garcia Iraides Ferreira Furusho

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de cordeiros e cordeiras cruzas Texel x Bergamácia (T x B, Texel x Santa Inês (T x S e Santa Inês (SI puros. Trinta e seis animais foram confinados individualmente, durante um período de 50 dias, recebendo, além de silagem de capim elefante, três dietas: A = sem casca de café (controle, B = com casca de café in natura e C = com casca de café tratada com uréia e grão de soja moído. Os animais foram abatidos com idade média de 180 dias. Consumos de matéria seca (CMS, proteína bruta (CPB e fibra em detergente neutro (CFDN, conversão alimentar (CA, peso final (PF, ganho de peso diário (GPD, peso de abate (PA, diferença de peso devido ao jejum (DPJ, conteúdo do aparelho digestório (CAD e peso do corpo vazio (PCV foram avaliados. A utilização de casca de café na dieta, tratada ou não, não influenciou os consumos de MS, PB, PF, GPD, CA, PF, GPD, PA, DPJ, CAD e PCV. O consumo de FDN aumentou com a utilização da casca de café, sendo menor para os animais que consumiram a dieta contendo casca de café tratada com uréia. Os animais cruzas T x B e T x S apresentaram menores consumos MS, PB e FDN e maiores PF, PA, CAD e PCV, comparados aos cordeiros SI. Não foi observada diferença entre os grupos genéticos para CA, GPD e DPJ, apesar dos valores ligeiramente maiores, mas não-significativos, para CA e GPD dos cordeiros T x B e T x S. Os machos apresentaram valores inferiores de consumos de MS, PB, FDN e CA e superiores para PF, GPD, PA e PCV que femeas. Machos e fêmeas mostraram-se semelhantes para DPJ e CAD.

  5. Compostos fenólicos da casca de Handroanthus heptaphyllus (Mart. Mattos e efeitos do extrato aquoso no perfil lipídico, glicêmico e na lipoperoxidação em ratos diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.S. GROCHANKE

    2016-01-01

    Full Text Available RESUMO A preocupação com o tratamento do Diabetes mellitus (DM leva a uma crescente busca por terapias alternativas, como o uso de plantas medicinais, entre as quais, destaca-se o uso de Handroanthus heptaphyllus (Mart. Mattos (popular Ipê roxo. Neste estudo realizamos a investigação química da presença de compostos fenólicos em H. heptaphyllus e o efeito do tratamento com o extrato aquoso da casca desta planta em parâmetros bioquímicos e nos níveis de lipoperoxidação tecidual e plasmática em animais diabéticos. Metodologia: Ratos Wistar machos foram submetidos ao desenvolvimento do quadro de DM por meio da administração intraperitoneal (IP de Aloxano monohidrato (150 mg/Kg IP. Após a confirmação de hiperglicemia (>200 mg dL-1, os animais foram distribuídos nos grupos Diabético (D; n=6 e Diabético Tratado (DT; n=6. O tratamento consistiu na administração diária do extrato aquoso da casca de H. heptaphyllus via oral (v.o. (150mg/Kg v.o. por quatro semanas. O extrato aquoso foi analisado qualitativamente por cromatografia de camada delgada. Resultados: A análise qualitativa do extrato aquoso da casca indicou a presença de compostos fenólicos da subclasse flavonoides. O tratamento com o extrato aquoso reduziu a glicemia de jejum a partir da 3ª semana de tratamento, melhorou a resposta glicêmica à sobrecarga de glicose, diminuiu os níveis de triglicerídeos e índice LDL (Triglicerídeos/HDL. Estes resultados sugerem o uso terapêutico do extrato aquoso das cascas de H. heptaphyllus no tratamento do DM.

  6. Biomonitoramento passivo com casca de aroeira vermelha (Myracrodruon urundeuva Lorenzi Harri para verificar a variabilidade espacial da poluição atmosférica em uma região do Distrito Federal, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleide Moura dos Santos

    2014-12-01

    Full Text Available O biomonitoramento é uma técnica alternativa que utiliza organismos vivos para verificar mudanças no meio ambiente ocasionadas pela poluição da água, ar e solo. Tendo como foco as emissões atmosféricas localizadas na região da Fercal no Distrito Federal, o presente estudo objetivou coletar amostras de casca da árvore da espécie Myracrodruon urundeuva para verificar a variabilidade espacial dos elementos químicos presentes na área de estudo. A análise de componente principal (PCA permitiu agrupar os elementos em três fatores, distribuídos no fator 1: Zn, Fe, Al, S e Ba; no fator 2: Cu, P, Ca e Sr; e no fator 3: Mg e K. O fator 1 é o que melhor descreve o objeto de pesquisa. Este estudo permitiu demonstrar a viabilidade do método de biomonitoramento com casca de aroeira vermelha (Myracrodruon urundeuva como instrumento de mensuração da poluição atmosférica.

  7. Carbonized rice hull as substratum to produce tamboril-da-mata and garapeira seedlings / Casca de arroz carbonizada como substrato para produção de mudas de tamboril-da-mata e garapeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Huezer Viganô Sperandio

    2009-03-01

    Full Text Available The production of forest seedlings, in quantity and quality, is one of the most important steps for the establishment of good stands with native species. Therefore, the substrate is the factor that makes a significant influence in the development of seedlings and many materials can be used in its original composition or combined. This work focus on evaluating the influence of carbonized rice hull as substrate for the production of seedlings of Enterolobium contortisiliquum (Vell. Morong and Apuleia leiocarpa (Vogel JF Macbr.. The experiment was accomplished in Santa Maria-RS. The experiment had a completely randomized design, with 5 treatments (T1: 0% carbonized rice hull + 100% soil; T2: 25% carbonized rice hull + 75% soil; T3: 50% carbonized rice hull + 50% soil; T4: 75% carbonized rice hull + 25% soil; T5: 100% carbonized rice hull + 0% de soil, and 5 replications and 10 plants per plot. Carbonized rice hull influenced the development of both species. High proportions of carbonized rice hull produced Apuleia leiocarpa seedlings with had bad development. However, to produce seedlings of Enterolobium contortisiliquum to an adequate standard of quality it is recommended to use 50% of carbonized rice hull+ 50% of soil.A produção de mudas florestais, em quantidade e qualidade, é uma das fases mais importantes para o estabelecimento de bons povoamentos com espécies nativas. Nesse sentido, o substrato é o fator que exerce influência significativa no desenvolvimento das mudas, e vários são os materiais que podem ser utilizados na sua composição original ou combinados. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da casca de arroz carbonizada como substrato na produção de mudas de Tamboril-da-mata. Enterolobium contortisiliguum (Vell. Morong e Garapeira (Apuleia leiocarpa (Vogel J. F. Macbr. O experimento foi realizado em Santa Maria - RS. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, sendo constituído por 5

  8. Elaboração e caracterização físico-química e microbiológica da farinha da palma (Opuntia fícusindica Mill em diferentes temperaturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Severo

    2015-11-01

    Full Text Available A Palma forrageira (Opuntia fícusindica Mill é uma cactácea originária do México, porém bastante cultivada na região semiárida do nordeste. Na alimentação humana, geralmente, são usados em preparações culinárias os brotos de palma, os frutos in natura ou processados. Uma das maneiras de diversificar o uso da palma forrageira seriam a secagem e sua transformação em farinhas para incorporação em diversos produtos. Desta forma o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade físico-química e microbiológica da farinha. As amostras foram coletadas na zona rural e transportadas para o laboratório do Centro Vocacional e Tecnológico /UFCG – Campus Pombal – PB, as mesmas foram desidratadas até a total retirada da umidade em estufa de circulação de ar nas seguintes temperaturas: 70, 80 e 90 °C, posteriormente passaram por um liquidificador industrial, em seguida por um moinho de facas para a obtenção da farinha. Após a obtenção foram realizadas as análises microbiológicas e analises físico-químicas. O emprego na alimentação humana, a palma forrageira é um grande potencial produtivo do Semiárido com alternativas sustentadas de desenvolvimento.Preparation and physical chemistry and microbiological characterization of flour palm ( Opuntia fícusindica Mill at different temperaturesAbstract: The Spineless cactus ( Opuntia fícusindica Mill is a cactaceous originally from Mexico, but rather grown in semi-arid region of the northeast. For human consumption, generally, they are used in culinary preparations the palm shoots, os frutos in natura ou processados. One way to diversify the use of cactus would be drying and processing into meal for incorporation into various products. Thus the aim of this study was to evaluate the physical - chemical and microbiological quality of the flour. The samples were collected in the countryside and transported to the laboratory and Technological Vocational Center / UFCG - Campus

  9. Inclusão da farinha de varredura de mandioca em rações de frangos de corte = Inclusion of cassava waste meal inclusion in broiler diets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuela Nataly Ribeiro Barbosa

    2008-04-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar o desempenho, a viabilidade econômica e as características de carcaça de frangos de corte alimentados com dietas contendo níveis de inclusão (0,0; 7,5; 15,0; 22,5 e 30,0% de farinha de varredura de mandioca (FVM. Foram utilizados 360 pintainhos de um dia, distribuídos em um delineamento em blocoscasualizados com cinco tratamentos e seis repetições contendo 12 aves por parcela. Os parâmetros avaliados foram o consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, custo da alimentação, renda bruta, margem bruta e rentabilidade. Aos 42 dias, foram abatidos doisfrangos por parcela para avaliação do peso: da carcaça, dos cortes, das vísceras e da gordura total, para determinar o rendimento de carcaça e calcular as porcentagens de cortes, gordura total e vísceras em relação ao peso vivo e carcaça. O peito e as coxas + sobrecoxas foram desossados para calcular os rendimentos de carne. A pigmentação das canelas das aves foi avaliada. Nos parâmetros de desempenho e avaliação econômica, não houve diferença entreos tratamentos. No peso e porcentagem da moela e pigmentação das canelas, houve efeito linear e, no rendimento da carne da coxa + sobrecoxa, houve efeito quadrático. A FVM pode ser incorporada às rações em níveis de 30%.The objective of this work was to evaluate performance, economic viability and carcass traits of broilers fed with diets containing five inclusion levels (0.0; 7.5; 15.0; 22.5 and 30.0% ofcassava waste meal (FVM. Three hundred sixty one-day-old pullets were used, distributed in a randomized block design experiment with five treatments and six replications, containing twelve birds per box. The parameters evaluated were feed intake, weight gain,feed-to-gain ratio, feeding costs, gross income, gross margin and profitability. Two broilers per replication were slaughtered at 42 days in order to evaluate the weights of carcass, main cuts, offal and total fat for carcass

  10. Fatores antinutricionais da casca e da polpa desidratada de café (Coffea arabica L. armazenadas em diferentes períodos Antinutritional factors of the hull and dehydrated pulp of coffee (Coffea arabica L. stored in different periods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adauto Ferreira Barcelos

    2001-07-01

    Full Text Available Avaliaram-se os teores de cafeína, taninos, lignina e sílica, na casca e polpa de café das cultivares Catuaí, Rubi e Mundo Novo. A polpa foi obtida pela despolpa úmida em despolpador mecânico e, em seguida, seca ao sol até 13% de umidade. Os materiais foram armazenados em sacos de ráfia, em ambiente coberto, ventilado e seco, com amostragem em triplicata a cada 90 dias. A regressão mostrou aumento quadrático de 11,7% no teor de cafeína ao longo de 360 dias de armazenamento. O teor de taninos reduziu-se linearmente ao longo do armazenamento. Os valores de taninos foram de 1,70% comparado a 2,77% nos materiais sem armazenamento, redução de aproximadamente 38,6% no período de um ano. Os teores de lignina reduziram linearmente em 2,6% para a porcentagem de lignina na MS (11,7 para 11,4% e 5,8% na porcentagem de lignina da FDN (10,4 para 9,8%, nos materiais sem armazenagem comparados a doze meses de armazenamento. Houve diferença significativa entre casca e polpa para a variável sílica. Maior valor de sílica na casca comparado à polpa pode ser decorrente da presença do pergaminho, uma vez que a polpa não o possui. A armazenagem da casca e polpa por um período de doze meses melhora as qualidades destes materiais, uma vez que reduziu os teores de taninos e lignina. Os teores de cafeína encontrados são limitantes na utilização de grandes quantidades desses materiais para ruminantes.It was evaluated the caffeine contents of caffeine, tannins, lignin and silica in the hull and pulp of coffee of cultivars Catuaí, Rubi, Mundo Novo. Pulp was obtained by moist pulping in a mechanical pulper and dried in the sun adjusted to 13% moisture. Materials were stored in raffia bag in environment free of moisture and ventilated with samplings every 90 days. The quadratic effect shown increased caffeine content along 360 day storage, this increase was of 11,7% along 12 months. Tannin content was reduced linearly along the storage. The values

  11. Substituição da farinha de carne suína por fontes vegetais em dietas para carpa-húngara Replacement of pork meal by plant protein sources in Hungarian carp diets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovani Taffarel Bergamin

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e a qualidade de carcaça de carpa-húngara alimentada com dietas em que houve substituição da farinha de carne suína por farelos de soja e canola, bem como determinar parâmetros bioquímicos do metabolismo dos peixes e a qualidade sensorial do filé. Cada um dos farelos contribuiu com 50% da proteína na mistura. Cinco dietas foram avaliadas, com níveis de substituição (0, 25, 50, 75 e 100% da proteína da farinha de carne suína pela mistura das fontes vegetais. A inclusão de fontes proteicas vegetais nas dietas reduziu o crescimento, a deposição de gordura corporal e no filé, e o colesterol total dos peixes. A cor e o sabor dos filés não foram afetados pela inclusão das fontes proteicas vegetais. A dieta à base de farinha de carne suína é mais eficiente para o crescimento da carpa-húngara, e proporciona maior deposição de proteína no peixe inteiro e no filé.The objective of this work was to evaluate growth and carcass composition of Hungarian carp fed with diets in which pork meat meal was replaced by a combination of canola and soybean meals, as well as to determine fish metabolism biochemical parameters and the sensorial quality of the fillet. Each plant meal contributed with 50% of the dietary protein of the mixture. Five diets were tested, with replacement levels of 0, 25, 50, 75 and 100% of pork meal by plant protein sources. The inclusion of the plant-protein meal in the diet results in lower overall growth, lower body and fillet lipid deposition and lower total cholesterol of the fish. Color and flavor of the fillets were not affected by inclusion of plant protein sources. A pork meat meal based diet is more efficient for Hungarian carp growth, and provides higher whole fish and fillet protein deposition.

  12. Study of the proteins in the defatted flour and protein concentrate of baru nuts (Dipteryx alata Vog Estudo das proteínas da farinha desengordurada e concentrado protéico de castanhas de baru (Dipteryx alata Vog

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Avellaneda Guimarães

    2012-09-01

    Full Text Available Baru (Dipteryx alata Vog. is an abundant legume in the Brazilian Savanna. Its nuts can be exploited sustainably using its protein and lipid fractions. This study aimed to analyze the proteins of the nuts present in the defatted flour and protein concentrate in terms of their functional properties, the profile of their fractions, and the in vitro digestibility. The flour was defatted with hexane and extracted at the pH of higher protein solubility to obtain the protein concentrate. The electrophoretic profile of the protein fractions was evaluated in SDS-PAGE gel. The functional properties of the proteins indicate the possibility of their use in various foods, like soybeans providing water absorption capacity, oil absorption capacity, emulsifying properties, and foamability. Globulins, followed by the albumins, are the major fractions of the flour and protein concentrate, respectively. Digestibility was greater for the concentrate than for the defatted flour.O baru (Dipteryx alata Vog. é uma leguminosa abundante no Cerrado brasileiro, cuja castanha pode ser explorada através do uso sustentável para o aproveitamento das frações proteicas e lipídicas. Este trabalho teve como objetivo estudar as proteínas desta castanha, presentes na farinha desengordurada e no concentrado proteico, quanto as suas propriedades funcionais, ao perfil das frações proteicas e à digestibilidade in vitro. A farinha desengordurada com hexano foi submetida à extração no pH de maior solubilidade das proteínas, obtendo-se o concentrado proteico. O perfil eletroforético das frações proteicas foi avaliado em gel de SDS-PAGE. As propriedades funcionais indicaram a possibilidade de emprego em diversos alimentos, assim como a soja, conferindo capacidade de absorção de água, capacidade de absorção de óleo, propriedades emulsificantes e espumabilidade. As globulinas, seguidas das albuminas, são as frações majoritárias da farinha e do concentrado proteico

  13. Estudo da produção de carvão ativado a partir do resíduo de casca da acácia negra com e sem ativação química

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe de Aguiar Linhares

    2016-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é estudar a viabilidade do uso de resíduo da casca de acácia negra (RCAN gerado na extração do tanino, para a produção de carvão ativado. No sul do Brasil cerca de 250 toneladas/dia de cascas são geradas pelo setor industrial e uma grande parte deste material é destinada à compostagem ou disposta em aterros. Visando aproveitar este resíduo foram realizados experimentos de pirólise e ativação com H3PO4, em atmosfera controlada. Os constituintes do RCAN foram avaliados por análise elementar e a caracterização dos carvões obtidos foi realizada por análises termogravimétricas (TGA, a área superficial e volume de poros (métodos BET e BJH, microscopia eletrônica de varredura (MEV e espectroscopia de energia dispersiva (EDS. A análise elementar do RCAN indicou um teor de carbono de 51,4 % e a área superficial foi de aproximadamente 906 m2/g para o carvão ativado com H3PO4, valor este superior à área superficial do carvão ativado comercial (CAC. Nas imagens de MEV pode se observar a estrutura porosa bem desenvolvida do carvão ativado quimicamente o que corrobora com a elevada área superficial determinada pelo método BET.

  14. Efeito do extrato da casca de Syzygium cumini sobre a atividade da acetilcolinesterase em ratos normais e diabéticos Syzygium cumini bark extract effect on acetylcholinesterase activity in normal and diabetic rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Melazzo Mazzanti

    2004-06-01

    Full Text Available Este estudo verificou a eficiência do extrato etanólico da casca de Syzygium cumini sobre o sistema colinérgico de ratos normais e diabéticos induzidos com aloxano. Os animais foram divididos em grupo controle (C, tratado com Syzygium cumini (TS, diabético (D e diabético tratado com Syzygium cumini (DS. A atividade da acetilcolinesterase (AChE foi analisada nas seguintes estruturas cerebrais: cerebelo, córtex, estriado e hipocampo. O extrato etanólico da casca de Syzygium cumini na dose de 1g.kg-1 foi administrado diariamente por um período de trinta dias. Foi verificado após este período que o extrato inibiu a atividade da AChE no cerebelo e córtex cerebral dos ratos do grupo DS (PThe present study verified the efficiency of the bark ethanol extract of Syzygium cumini on the cholinergic system of normal and alloxan induced diabetic rats. Thirty-nine female rats were divided in control (C, treated with Syzygium cumini (TS, diabetic (D and diabetic treated with Syzygium cumini (DS. The activity of acetylcholinesterase (AChE was analyzed in the following cerebral structures: cerebellum, cortex, striatum and hippocampus. The extract of the bark of Syzygium cumini in the dose of 1g.kg-1 was administered orally daily for a period of thirty days. After this period the extract inhibited the activity of the AChE in the cerebellum and cerebral cortex of the rats in the DS group (P<0.05 as, compared to TS. In the striatum there was a significant increase in the activity of the AChE in rats of the TS group (P<0.01 when compared to the C group, and in the hippocampus there was no significant variation. These results indicate that the bark extract of "Jambolão"has an inhibitory effect on AChE in the cerebellum and cerebral cortex and an stimulatory effect on striatum, indicating a possible alteration in the functionality of the cholinergic system in such cerebral structures.

  15. Aproveitamento da casca de citros na perspectiva de alimentos: prospecção da atividade antibacteriana Utilization of citrus by-products in food perspective: screening of antibacterial activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carin Gerhardt

    2012-05-01

    Full Text Available Os citros são as frutas mais produzidas e consumidas no mundo. O Brasil ocupa primeiro lugar na produção mundial e na exportação de suco de laranja, sendo o Estado do Rio Grande do Sul um importante produtor. Ao longo do cultivo e do processamento dos citros, são geradas toneladas de resíduos de baixo valor comercial, mas com grande potencial de aproveitamento dentro da indústria de alimentos. Esses resíduos possuem elevados teores de nutrientes, pigmentos e componentes bioativos, bem como possuem baixa toxicidade e baixo custo. Há evidências de que a casca de diferentes espécies de citros possui princípios ativos antibacterianos e antifúngicos. O objetivo deste trabalho, portanto, foi verificar a atividade antibacteriana de extratos alcoólicos da casca de citros na perspectiva da desinfecção e da conservação de alimentos, propondo alternativas sustentáveis e naturais voltadas a consumidores cada vez mais preocupados com sua saúde. Foram obtidos extratos alcoólicos da casca crua de bergamota-ponkan (Citrus reticulata Blanco, pomelo (Citrus maxima (Burm. Merr. e limão-bergamota (Citrus limonia Osbeck ou limão-cravo maduros, provenientes de cultivo agroecológico, cujas atividades antibacterianas foram avaliadas quanto à Concentração Inibitória Mínima (CIM e à Concentração Bactericida Mínima (CBM frente a cinco diferentes bactérias. O extrato de limão-bergamota apresentou a melhor atividade antibacteriana, apresentando CIM em torno de 24 mg.mL-1 e CBM de 42 mg.mL-1 para as bactérias mais resistentes. A bactéria mais sensível a todos os extratos foi Pseudomonas aeruginosa, com CIM entre 16 e 36 mg.mL-1 e CBM entre 28 e 49 mg.mL-1. Os extratos inibiram ou inativaram na sua totalidade as bactérias testadas, indicando a possibilidade de se tornarem alternativas naturais na desinfecção e na conservação de alimentos.Citrus are the most produced fruits in the world. Brazil ranks first in global production and

  16. In vitro solubility of meat and bone meal protein with different pepsin concentrations Solubilidade in vitro da proteína de farinhas de carne e ossos com diferentes concentraçoes de pepsina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Bellaver

    2000-06-01

    Full Text Available In vitro protein digestibility of protein sources has been correlated with in vivo digestibility values. However, factors like protein origin, enzyme used and its concentration, pH and processing have been related with the significance of the correlation between the estimates. To address only the enzyme concentration factor, this paper had the objective of testing pepsin at 0.2, 0.02, 0.002 and 0.0002% using the standard AOAC (1995 procedure. Two meat and bone meals (MBM with low and high crude protein (CP content were used to determine the coefficient of solubility of CP in pepsin and HCl (CSCPPEPH. Centrifugation was used to establish the nitrogen (N in the soluble phase, instead of filtration and analysis of N in the residue. The variance analysis and a non-linear asymptotic model were adjusted. The CSCPPEPH under different pepsin concentrations for the two MBM showed higher solubility discrimination with low pepsin concentration. The level of 0.0002% pepsin is better to predict the CP soluble in MBM. This finding implies the assumption that 0.2% pepsin found in the AOAC is not correct for the purpose of determining the range of solubility in high and low CP content in MBM.A digestibilidade in vitro da proteína de fontes protéicas tem sido correlacionada com a digestibilidade in vivo. Entretanto, fatores como a origem protéica, enzima usada e sua concentração, pH e processamento têm sido relacionados com a significância da correlação entre as estimativas. Para atuar somente no fator da concentração enzimática, este trabalho teve por objetivo testar a pepsina nas concentrações de 0,2, 0,02, 0,002 e 0,0002%, utilizando o procedimento padrão do AOAC (1995. Duas farinhas de carne e ossos com baixo ou alto teor de proteína (PB foram usadas para determinar o coeficiente de solubilidade da PB em pepsina e HCl (CSCPPEPH. Centrifugação foi usada para obter o nitrogênio (N na fase solúvel, em vez da filtração e análise do N no

  17. Elaboração de biscoitos de chocolate com substituição parcial da farinha de trigo por polvilho azedo e farinha de albedo de laranja Chocolate biscuits preparation with partial substitution of wheat flour by fermented cassava starch and orange albedo flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alves Oliveira Santos

    2011-03-01

    Full Text Available Os consumidores estão cada vez mais exigentes e preocupados com a saúde e, por consequência, exigindo produtos naturais que deverão ser seguros e promover qualidade de vida. O presente trabalho teve o objetivo de desenvolver biscoitos com farinhas mistas de polvilho azedo e farinha de albedo de laranja, utilizando um planejamento fatorial 2³, com variáveis independentes: concentração de polvilho azedo, açúcar e farinha de albedo de laranja, e variáveis respostas: as características sensoriais: aparência, aroma, textura e sabor, além da impressão global, utilizando escala hedônica estruturada de nove pontos. Os biscoitos foram avaliados também quanto às características físico-químicas. As médias obtidas para as características sensoriais estiveram na faixa que vai de cinco (não gostei nem desgostei até sete (gostei moderadamente, não apresentando diferença significativa (P≤0,05 para todas as características sensoriais avaliadas. Dessa maneira, foi possível escolher a formulação ideal obtida de acordo com os parâmetros nutricionais, por não existir diferença sensorial significativa, que foi 35% de polvilho azedo, 100% de açúcar e 7,5% de farinha de albedo de laranja. No teste sensorial comparativo com os biscoitos comercial, padrão e otimizado, as características sensoriais aparência, sabor e textura apresentaram diferença significativa (P≤0,05. As características físico-químicas apresentaram resultados correspondentes aos padrões estabelecidos pela legislação brasileira, e o teor de fibra bruta do biscoito otimizado foi de 3,08%, assim, pode ser classificado como biscoito "fonte de fibras".The consumers are increasingly demanding and worried about health and, consequently, requiring natural products that should be safe and that promote life quality. The present research had the objective to develop biscuits with mixed flour of fermented cassava starch and orange albedo flour, using a 2³ factorial

  18. Avaliação da influência da casca no processamento de sucos clarificados de maçãs Fuji e Gala = Evaluating the influence of the peel in processing clarified Fuji and Gala apple juices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Dalva Godoy Danesi

    2007-01-01

    Full Text Available Devido ao aumento da produção de maçãs no Brasil, um excedente doconsumo in natura pode ser destinado à industrialização. Os sucos de maçãs são uma interessante alternativa de aproveitamento de frutas. Os componentes aromáticos estão distribuídos na fruta e o processamento pode influenciar a sua composição. Além disso, asenzimas responsáveis por escurecimento e off-flavor devem ser inibidas ou eliminadas para melhorar a qualidade dos sucos. Maçãs das variedades Fuji e Gala foram processadas com a casca e sem a casca para obtenção de sucos clarificados através de enzimas pectinolíticas e tratamento com gelatina e bentonita. As maçãs e os sucos obtidos foram submetidos a análises físico-químicas, microbiológicas, sensoriais e de rendimento. Os resultados das análises microbiológicas mostraram a eficiência do processamento e do tratamento térmico adotado. Pelo fato dos atributos físico-químicos e a aceitabilidade global, nos sucos com e sem a casca, não terem diferido de forma significativa (nível de significância de 5%, pode-se concluir que o processamento de sucos clarificados com a casca é o mais indicado, uma vez que assim obtêm-se rendimentos superiores.Due to an increase in the production of apples in Brazil, a surplus ofthe consumption in natura can be destined to the industrialization. Apple juices are an interesting alternative of using the fruits. The aromatic components are distributed in the fruit and the processing can influence their composition. Besides, the responsible enzymesfor darkening and off-flavor must be inhibited or eliminated to improve the quality of the juices. Apples of the Fuji and Gala varieties were processed with the peel and without the peel to obtain clarified juices through pectinolytics enzymes and treatment with gelatin and bentonite. The apples and the obtained juices were submitted to physical-chemistries, microbiological, sensorial and yield analyses. Results of the

  19. Implicações nutricionais e sensoriais da polpa e casca de baru (Dipterix Alata vog. na elaboração de pães Use of peel and pulp of baru in the development of bread

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Santana Rocha

    2009-12-01

    Full Text Available O interesse por novas fontes de nutrientes e a necessidade de preservação das espécies nativas do cerrado por meio de sua valorização motiva maiores esforços em investigar seu potencial para a suplementação de produtos. O objetivo deste trabalho foi investigar a viabilidade do uso da casca e polpa do baru no desenvolvimento de pães do tipo fôrma e suas consequentes implicações nutricionais e sensoriais. A partir da formulação de um pão de fôrma integral padrão, substitui-se o farelo de trigo por casca e polpa de baru em quatro proporções (25, 50, 75 e 100%. A análise da composição química da casca e polpa do baru resultou em 21,05% de umidade, 65,01% de carboidratos, 3,30% de lipídios, 4,45% de proteínas, 1,79% de cinzas e 4,39% de fibra bruta. Todas as amostras foram aceitas quanto aos atributos aparência, textura e sabor, foram consideradas com baixo teor de gorduras totais (2,18%, não apresentando diferença significativa entre si quanto ao teor de proteína (13,59% e de umidade (34,54%, e com teor médio de 41,90% de carboidratos e 1,76% de cinzas. Observou-se um acréscimo de até 58,20% no teor de fibra alimentar total com o aumento da proporção da casca e polpa do baru. A pesquisa realizada permite deduzir que a casca e polpa do baru são ingredientes viáveis para aplicação tecnológica em pão de fôrma integral, conferindo melhoria nas características nutricionais e atributos sensoriais.Interest in new sources of nutrients and the need of preserving native species of the savanna, through their valorization, motivates the study of their potential for supplementing products. The objective of this study was to investigate the feasibility of using the peel and pulp of the baru to develop sliced bread and the consequent nutritional and sensory implications. In the process of developing whole wheat sliced bread, oat bran was replaced for baru's peel and pulp using four proportions (25, 50, 75, and 100%. The

  20. Análise da interface entre agregados reciclados de concreto e argamassas de concretos com cinza de casca de arroz e fíler basáltico por nanoindentação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Gustavo Brusius Wilbert

    Full Text Available Resumo Os agregados provenientes da reciclagem de concreto geralmente possuem propriedades inferiores às dos agregados naturais, o que limita suas alternativas de reciclagem. Entretanto, muitos estudos vêm demonstrando seu potencial de utilização na confecção de concretos, a partir de avaliações de propriedades mecânicas e microestruturais, e de melhorias na forma de mistura dos agregados. O presente trabalho analisa a viabilidade de utilização da técnica de nanoindentação para a avaliação da interface que se forma entre a pasta e o agregado reciclado em concretos com esse tipo de agregado. Foram produzidos corpos de prova que representam a região de interface em concretos em que os agregados reciclados foram adicionados à mistura no estado seco, método que vem sendo utilizado com o intuito de melhorar a zona de transição em função da absorção do excesso de água da pasta e de partículas de aglomerante pelos poros vazios do agregado reciclado. Os corpos de prova de referência foram comparados com outros em que foi realizada a adição de fíler basáltico e de cinza de casca de arroz. A técnica de nanoindentação possibilitou verificar que a utilização de agregado no estado seco gera zonas de transição de elevada qualidade e que a adição de cinza de casca de arroz aumenta a dureza da região de interface.

  1. Avaliação da qualidade de parâmetros minerais de pós-alimentícios obtidos de casca de manga e maracujá.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. M. F. FELIPE

    2008-10-01

    Full Text Available

    O Brasil é um dos três maiores produtores de frutas e, dentre as frutas de grande produção e comercialização neste país, encontram-se a manga e o maracujá. O desconhecimento de informações sobre a composição mineral dos resíduos destas frutas induz, na maioria das vezes, a um mau aproveitamento desta matériaprima de excelente qualidade nutricional. Consequentemente, há um enorme desperdício de centenas de toneladas de resíduos que poderiam ser aproveitados como alimentos. Neste trabalho, foram utilizadas cascas de manga e maracujá, obtidas do processamento de polpa de fruta congelada e transformados em pós alimentícios para posterior realização das análises minerais. Os valores médios obtidos para as análises minerais realizadas foram, respectivamente, para os pós das cascas e manga e maracujá de: cálcio (39,80 e 58,65mg/100g, sódio (72,22 e 504,43mg/100g, potássio (205,79 e 690,02mg/100g, cobre (0,41 e 1,41mg/100g, ferro (3,93 e 13,52mg/100g, zinco (13,49 e 1,82mg/100g e manganês (0,73 e 1,26mg/100g. Observando os resultados estatísticos, o pó alimentício obtido da casca de maracujá apresentou diferença significativa ao nível de 5% de probabilidade em relação ao pó alimentício obtido da casca de manga para todos os minerais analisados.

  2. TRATAMENTO DA CASCA DE QUEIJO CANASTRA COM RESINA E SEUS EFEITOS DURANTE A MATURAÇÃO E NA QUALIDADE COMO FORMA DE MELHORAR O ASPECTO E AGREGAR VALOR AO PRODUTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Henrique Costa Paiva

    2012-08-01

    Full Text Available O principal objetivo deste trabalho foi testar uma alternativa para melhorar o aspecto de apresentação e a qualidade do queijo Minas artesanal da Canastra sem comprometer as suas características peculiares. Assim, foram comparados queijos Minas artesanais da Canastra ao longo da maturação com aplicação de resina de grau alimentar na casca em relação àqueles sem aplicação, quanto aos aspectos físico-químicos, microbiológicos e sensoriais, durante as quatro estações do ano. Nos ensaios preliminares foram definidas a forma de aplicação (emprego das mãos e a quantidade (5 g de resina pura/unidade de queijo, sem necessidade da adição de sorbato de potássio. Durante o período de maturação estudado (2, 15, 30 e 45 dias não observou-se diferença significativa entre os queijos com e sem aplicação de resina na casca em relação às características físico-químicas como pH, atividade de água, teor de umidade, teor de gordura no extrato seco, extensão e profundidade de proteólise. E aos 15 e 30 dias de maturação, a Análise Descritiva Quantitativa Modificada (ADQM não indicou diferença entre os tratamentos com e sem aplicação de resina quanto aos atributos sensoriais avaliados, exceto para o aspecto global após 15 dias. Os queijos com aplicação de resina na casca tiveram um escore referente ao aspecto global maior em relação àqueles sem aplicação, após 15 dias de maturação, devido ao menor crescimento de mofos durante esse período. A partir dos escores obtidos no teste de aceitação mediante o uso de escala hedônica de 9 pontos, também não houve diferença significativa entre os queijos com e sem aplicação de resina na casca durante as quatro estações do ano. Entretanto, observou-se diferenças significativas nos queijos ao longo do ano, em relação às características físico-químicas pH, teor de gordura no extrato seco e profundidade de proteólise, e em relação aos atributos sensoriais

  3. Digestibilidade aparente da energia e proteína das farinhas de resíduo da filetagem da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus e da corvina (Plagioscion squamosissimus e farinha integral do camarão canela (Macrobrachium amazonicum para a tilápia do Nilo Apparent digestibility of energy and protein of tilapia (Oreochromis niloticus and corvina (Plagioscion squamosissimus by-product meal, and canela crayfish (Macrobrachium amazonicum meal for Nile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Rogério Boscolo

    2004-02-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido objetivando determinar os coeficientes de digestibilidade aparente (CDa da energia bruta (EB e proteína bruta (PB, das farinhas de peixe obtidas a partir de resíduos de filetagem da corvina (FC, resíduos da filetagem da Tilápia (FT e farinha integral de camarão canela (FM para tilápia do Nilo. Foram utilizados 40 peixes revertidos sexualmente, com peso médio de 40 g, acondicionados em um tanque de alimentação de 500L. A coleta de fezes foi feita em duas cubas cilíndricas com fundo cônico, de 150L. A determinação dos CDa foi feita por metodologia indireta, tendo sido utilizado 0,1% de óxido crômico (Cr2O3, como indicador incorporado à ração. As médias de temperatura, oxigênio dissolvido, pH e condutividade elétrica, durante o período experimental, foram de 28,5 ± 0,5ºC; 3,57 ± 0,12 mg/L; 7,21 ± 0,03; e 0,18 ± 0,01 mS/cm, respectivamente. Os CDa para a PB e EB foram de 70,67 e 54,45 para FC; 67,09 e 48,52 para FT; e 88,79 e 68,38 para FM, apresentando valores de proteína (% e energia (kcal/kg digestíveis, na matéria natural, de 37,50 e 2107,46 para FC; 28,72 e 1927,18 para a FT; e 53,74 e 2763,23 para FM, respectivamente. Os alimentos estudados têm potencial para utilização na alimentação da tilápia do Nilo, sendo necessária a determinação dos seus níveis de inclusão em rações para as diferentes fases de cultivo da espécie.The trial was conducted to evaluate the apparent digestibility coefficients (CDa of gross energy (EB and crude protein (PB of tilapia (FT and corvina (FC processing by-product meal, and canela crayfish (Macrobrachium amazonicum meal (FM, for Nile tilapia fingerlings. Forty sexual reverted fishes, with average weight of 40 g, were allotted to 500 L feeding tanks. Feces collection was performed at two 150 L conical tanks. CDa was evaluated by an indirect method, with 0.1% chromic oxide (Cr2O3 as the indicator. Average temperature, dissolved oxygen, pH and

  4. Estudo de pão francês pré-assado congelado elaborado com farinha do trigo integral : influência da formulação, processo e estocagem congelada

    OpenAIRE

    Eveline Lopes Almeida

    2011-01-01

    Resumo: Existe evidência da relação entre o consumo de cereais integrais e a prevenção do desenvolvimento de várias doenças como alguns tipos de câncer, doenças cardiovasculares, diabete e obesidade. O mercado de pães pré-assados congelados está em ascensão, fazendo deste produto um excelente alimento para veiculação do cereal integral. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de pão francês pré-assado congelado elaborado com farinha do trigo integral através do estudo do efeito do t...

  5. ANÁLISE TERMODINÂMICA DA DESTERPENAÇÃO DO ÓLEO DA CASCA DE LARANJA COM CO2 SUPERCRÍTICO A PARTIR DE UMA MISTURA SINTÉTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio A.B. VIEIRA DE MELO

    1997-12-01

    Full Text Available O projeto do processo de desterpenação do óleo da casca de laranja com CO2 supercrítico exige o bom conhecimento do comportamento de fases da mistura envolvida. Neste trabalho, faz-se uma análise termodinâmica preliminar desse processo, calculando-se a seletividade a partir da modelagem do equilíbrio líquido-vapor (ELV para o sistema CO2-limoneno-linalol, com base em dados ternários medidos recentemente. Utilizou-se uma modificação da equação de Peng-Robinson e, com dados binários de ELV, avaliou-se a sua capacidade preditiva considerando-se 2 aspectos: a predição do equilíbrio a uma certa temperatura usando-se os parâmetros estimados em outra temperatura e a predição do comportamento de fases do sistema ternário com os parâmetros estimados dos sistemas binários. Foram determinados também os parâmetros de interação entre limoneno e linalol a partir dos dados experimentais do ternário.Process design for supercritical CO2 deterpenation of orange peel oil requires accurate knowledge of phase behavior. This work is focused on modeling high-pressure vapor-liquid equilibrium for the ternary system CO2-limonene-linalool, owing to do a preliminary thermodynamics analysis of this process based on calculated selectivity values. A modification of Peng-Robinson equation of state was adopted to regress binary interaction parameters from experimental VLE data and its capacity for temperature extrapolating calculations was investigated. A comparison of ternary VLE obtained from the respective binary systems and that calculated using additionally ternary informations was done.

  6. Qualitative aspects of elephantgrass silage with corn meal and soybean hullsAspectos qualitativos da silagem de capim-elefante com fubá de milho e casca de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Henrique Santos Silva

    2012-06-01

    Full Text Available The objective of this study was to evaluate the effects of corn meal and soybean hulls in silage Pennisetum purpureum cv. Roxo Botucatu. The experiment has adopted a completely randomized design in a split-plot, with seven treatments (elephant grass pure soy cone (5 and 10% and corn meal (5 and 10% alone or in joint same proportions totaling 5 to 10%, three open times and three replications. We used a randomized design in a split-plot, with seven treatments (elephant grass pure, soybean hulls (5 and 10% and corn meal (5 and 10% of isolated form or together in the same proportions totalizing 5 and 10%, three open times and three replications. There were used experimental silos made of bucket of 20 L. Silos were opened at 7, 14 and 28 days after ensiling, and evaluated the effluent losses, dry matter, pH, total titratable acidity (TTA and aerobic stability of silage. The use of additives in ensiling reduced the effluent losses. Dry matter varied with the use of additives, obtaining higher values for the silage with 10% soybean hulls or corn meal, in relation to elephant grass pure silage. The results of pH present interaction between treatment and time of opening, with the desired values 7 days after ensiling.The breaking of aerobic stability occurred 48 hours after opening the silo for the treatments containing corn meal alone or together with soybean hulls for both levels. The use of corn meal, either individually or in combination with soybean hulls, was effective in improving the standard of silage fermentation elephant grass, however, additional care should be taken about management after opening the silo. Objetivou-se com este trabalho, avaliar os efeitos do fubá de milho e da casca de soja na silagem de Pennisetum purpureum cv. Roxo Botucatu. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, em esquema de parcela subdividida, com sete tratamentos (capim-elefante puro, casca de soja (5 e 10% e fubá de milho (5 e 10% de forma isolada ou

  7. Efeito da forma física da ração sobre a porosidade, espessura da casca, perda de água e eclodibilidade em ovos de perdiz (Rhynchotus rufescens Effect of the physical form of diet on the eggshell porosity and thickness, water loss and hatchability of partridge (Rhynchotus rufescens eggs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ES Nakage

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi avaliar se a forma física da ração (farelada e peletizada afeta a porosidade e espessura da casca, e porcentagem de perda de água e eclodibilidade de ovos de perdiz. Os ovos foram coletados logo após a postura e separados em diferentes intervalos de peso (35-45g, 46-50g, 51-55g, 56-60g e 61-70g, sendo 10 ovos/classe/ração. O número de poros das cascas foi avaliado nas regiões apical, equatorial e basal dos ovos. Utilizou-se um micrômetro digital para a mensuração da espessura das três regiões da casca dos ovos, a partir dos quais obteve-se a espessura média por ovo. Os ovos para avaliação da eclodibilidade e porcentagem de perda de água do ovo até a transferência para o nascedouro (16º dia foram pesados, desinfectados, incubados (T=35,5ºC e UR= 70% e transferidos no 16º dia de incubação para o nascedouro, onde foram mantidos até a eclosão. As análises estatísticas empregadas foram: Análise de Variância e de Correlação, e teste de Tukey 5%. Os dados mostraram que, em perdizes, o número de poros na casca pode variar com a região da casca, peso do ovo e a forma física da ração, e que a ingestão de ração peletizada promove um aumento na espessura da casca dos ovos sem alterar a eclodibilidade e a porcentagem de perda de água dos mesmos durante a incubação.The aim of this study was to determine the effect of the ingestion of meal and pelleted diets on eggshell porosity and thickness, water loss and hatchability percentages of partridge (Rhynchotus rufescens eggs. The eggs (n=100 were divided into five different weight classes (1: 35-45 g, 2: 46-50 g, 3: 51-55 g, 4: 56-60 g, 5: 61-70 g. Parts from different regions (air space, equator and small end of each eggshell were analized in order to count pore numbers. Eggshell thickness measurements were carried out after removal of the egg membranes. The eggs used in the analyses of the water loss and hatchability percentages were

  8. Utilização da farinha de jatobá (Hymenaea stigonocarpa Mart. na elaboração de biscoitos tipo cookie e avaliação de aceitação por testes sensoriais afetivos univariados e multivariados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SILVA Mara Reis

    1998-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo investigar o aproveitamento da farinha de jatobá (Hymenaea stigonocarpa Mart na produção de biscoitos tipo cookie. Inicialmente, foi feita a caracterização química da farinha de jatobá. Em seguida foram elaborados cookies com a proporção de farinha mista de trigo e de jatobá de 9:1 e adição de diferentes tipos de açúcares: açúcar mascavo, açúcar mascavo+mel, mel, frutose e açúcar refinado para a formulação controle. Os cookies foram avaliados nas suas características físicas e sensoriais. O grau de aceitação dos produtos elaborados e alguns produtos comerciais similares foram avaliados por consumidores potenciais do produto em duas regiões geográficas distintas: Campinas (SP e Goiânia (GO. A farinha de jatobá apresentou teores de umidade na faixa de 8,44 a 10,9 g/100g e revelou a seguinte composição em base seca: proteínas 6,2±0,1 g/100g, lipídios 4,04±0,08 g/100g, cinzas 3,38±0,03 g/100g, fibra alimentar solúvel 12,6±0,4 g/100g, fibra alimentar insolúvel 36,4±0,3 g/100g, amido 3,1±0,1 g/100g e açúcares 34,28 g/100g. O cookie elaborado com farinha mista de trigo e jatobá e açúcar mascavo foi o mais aceito entre os produtos testados.

  9. Farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias em rações para frangos de corte Meal from tilapia filleting industrial waste in rations for broiler chickens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Eyng

    2010-12-01

    Full Text Available Para avaliação do desempenho de frangos de corte alimentados com diferentes níveis de inclusão de farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias (0, 2, 4, 6 e 8%, foram utilizados 480 pintos de 1 dia, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco dietas experimentais, seis repetições e 16 aves por unidade experimental. Foram avaliados o ganho de peso, o peso final, o consumo médio de ração, a conversão alimentar e a mortalidade de 1 a 21 dias e de 1 a 42 dias de idade e, ao final do período experimental, foram mensurados os parâmetros sanguíneos (cálcio, fósforo e triglicerídeos. Para avaliação econômica, foram calculados os custos das dietas experimentais, o índice de eficiência econômica e o índice de custo. Observou-se diferença dos níveis de inclusão da farinha de tilápia sobre os parâmetros de consumo médio de ração, peso final e ganho médio de peso aos 21 dias de idade. No período total (1 a 42 dias, a inclusão de farinha de tilápia em níveis de até 8% na dieta não afetou o desempenho das aves. Apesar do aumento linear dos valores de triglicerídeos, esse nível de inclusão e farinha de tilápia reduz os valores de fósforo e cálcio sanguíneo e proporciona melhor desempenho econômico.For performance evaluation of broiler chickens fed different levels of meal of tilapia industrial filleting waste (0, 2, 4, 6 and 8%, 480 chicks at 1 day of age were used in a completely randomized design with five experimental diets, six replicates and 16 birds per experimental unit. Weight gain, final weight, average feed intake, feed conversion and mortality from 1 to 21 days of age and from 1 to 42 days of age were evaluated and in the end of experimental period, blood parameters (calcium, phosphorus and triglycerides were measured. For economical evaluation, experimental diet costs, economical efficiency index and cost index were evaluated. It was observed difference on levels of

  10. Fungi associated to bark lesions of Eucalyptus globulus stems in plantations from Uruguay Fungos asociados as lesões da casca do caule de Eucalyptus globulus em plantações no uruguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Alonso

    2009-08-01

    Full Text Available Trees with stem bark lesions are frequently observed in Eucalyptus globulus Labill. plantations, particularly in the central west region of Uruguay. These lesions constitute a problem for trunk decortications at harvest and they also facilitate the access of fungi that could cause wood decay. Seven, three and oneyear-old plantations, located at three sites in close proximity were selected. Four types of trunk lesions were present in trees regardless the age of plantation and more than one type was found in each plantation. The aim of this study was to investigate the fungal composition associated with these lesions and compare them to healthy tissues and try to find out the origin of these symptoms. Another purpose was to elucidate the real role of the fungi considered pathogens by means of experimental inoculations. Segments from lesions and healthy tissues yielded 897 fungal isolates belonging to 32 taxa, 681 isolates from bark lesions and 216 from healthy tissues. Both healthy and symptomatic tissues showed similar fungal species composition, but with differences in frequencies of colonization. Cytospora eucalypticola Van der Westhuizen, Botryosphaeria spp., Pestalotiopsis guepinii (Desm. Stey. and Penicillium spp. were the dominant species isolated. As symptoms were not reproduced after experimental inoculation with Botryosphaeria ribis Grossenb. & Duggar and B. eucalyptorum Crous, & M.J. Wingf, it could be suggested that these lesions were originated by unfavorable environmental conditions. The frost that occurred for several days out of season and flooding may have been involved in the development of bark lesion.As lesões na casca de Eucalyptus globulus Labill. são frequentemente observadas nas plantações da Região Centro-Oeste do Uruguai. Constituem problema para o descortiçamento na colheita e, além disso, facilita a penetraçao de fungos apodrecedores da madeira. Selecionaram-se plantações com 1, 3 e 7 anos de idade, em tr

  11. MODELAGEM E SIMULAÇÃO DA DESTERPENAÇÃO DO ÓLEO DA CASCA DE LARANJA COM CO2 SUPERCRÍTICO EM MODO SEMI-CONTÍNUO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio A. B. VIEIRA DE MELO

    1997-12-01

    Full Text Available A desterpenação do óleo da casca de laranja com CO2 supercrítico foi investigada através da modelagem e simulação da separação de uma mistura sintética de limoneno (90 % em peso e linalol (10 %, em um extrator operando em modo semi-contínuo. A modelagem matemática da extração supercrítica foi realizada por analogia com a destilação de uma mistura binária, em batelada, expressando-se a composição das fases em equilíbrio numa base molar livre de CO2. O cálculo das variáveis do processo foi feito por integração numérica da equação de Rayleigh empregando-se o método de Runge-Kutta de quarta ordem. Para a determinação da relação de equilíbrio entre as fases, adotou-se a equação de Peng-Robinson modificada, com os parâmetros de interação obtidos de dados de ELV dos sistemas binários CO2+limoneno e CO2+linalol e do ternário CO2+limoneno+linalol.Supercritical CO2 deterpenation of orange peel oil is investigated in a semi-batch extractor modeled and simulated for a synthetic mixture of limonene (90% by weight and linalol (10 %. Mathematical modeling was done taking the supercritical extraction as a batch distillation on a CO2-free basis. Process parameters were calculated integrating Rayleigh equation by a fourth order Runge-Kutta method. The phase equilibrium relationship was calculated by a modified Peng-Robinson EOS with interaction parameters regressed from VLE data of CO2+limonene, CO2+linalol and CO2+limonene+linalol systems.

  12. Características fermentativas e nutricionais da silagem de capim elefante com a inclusão de casca de café - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2151 Fermentative and nutritional traits of elephantgrass silage added with increasing proportions of coffee hulls - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2151

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Valmir Feitosa

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi o de avaliar os efeitos da inclusão de casca de café (0%, 5%, 10%, 15% e 20% na matéria natural nas características fermentativas e nutricionais da silagem de capim-elefante usando sacos plásticos como silos. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições. A inclusão da casca de café aumentou os teores de matéria seca (MS das silagens linearmente e alterou os componentes da fibra. A inclusão de 10% de casca de café aumentou os teores de lactato e diminuiu os de acetato das silagens. A digestibilidade e a degradabilidade da MS das silagens diminuíram com a inclusão de casca de café acima de 10%. A inclusão de 5% a 10% de casca de café ao capim proporcionou silagens com melhor padrão fermentativo e qualidade nutricional.This trial was carried out to evaluate the effects of coffee hulls inclusion (0%, 5%, 10%, 15%, and 20%; natural basis on fermentation and nutritional traits of elephantgrass silage. A completely randomized design with four replications was used to compare treatments average, while plastic bags were used as experimental silos. Coffee hulls inclusion increased DM contents linearly and changed the fiber compounds profile. Including 10% of coffee hulls increased the contents of silage lactate and reduced acetate contents. DM digestibility and ruminal degradability of the silages decreased with the inclusion of more than 10% of coffee hulls. The amounts from 5% to 10% of coffee hulls were considered best levels to make elephantgrass silage with adequate fermentation pattern and nutritional quality.

  13. Avaliação da resistência a fadiga dos Engineered Cementitious Composites (ecc), reforçados com fibra de polipropileno e produzidos com adição de cinza de casca de arroz

    OpenAIRE

    Alceu Lopes de Freitas Júnior; Monica Regina Garcez

    2017-01-01

    O Engineered Cementitious Composites - ECC – é um tipo especial de compósito cimentício de alto desempenho reforçado com fibra, cuja principal característica é a alta ductilidade. O traço de ECC é composto por cimento, material pozolânico, agregado miúdo e fibras. Este estudo avaliou a resistência à fadiga de traços de Engineered Cementitious Composites reforçados com fibras de polipropileno - PPECC – e cuja composição da matriz cimentícia tenha a incorporação de cinza de casca de arroz como ...

  14. Cultivo de orquídea em substratos à base de casca de café

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Marinho de Assis

    2011-01-01

    Full Text Available A utilização de resíduos agrícolas como substrato é uma alternativa promissora no cultivo de orquídeas, reduzindo os custos e o acúmulo desses materiais no ambiente. O objetivo do trabalho foi avaliar o desenvolvimento de orquídea híbrida (C. forbesii x C. labiata x C. labiata em substratos à base de casca de café. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com seis tratamentos (xaxim desfibrado; casca de café; casca de café + coco em pó; casca de café + fibra de coco; casca de café + casca de pinus; casca de café + casca de arroz carbonizada e dez repetições. Após 24 meses avaliou-se a altura da parte aérea; número de brotos; número de flores; diâmetro do maior pseudobulbo; comprimento da maior raiz e a matéria seca de raízes. Foi efetuada avaliação química, pH, condutividade elétrica, densidade e capacidade de retenção de água dos substratos, exceto a composição química dos substratos à base de coco. Não houve diferença significativa quanto à altura da parte aérea, ao número de flores e à matéria seca de raízes, com 33,0 cm; 1,1 e 3,5g, em média, respectivamente. Com relação à casca de café e as suas misturas, não houve diferença quanto ao comprimento da maior raiz. Quanto ao número de brotos e diâmetro do maior pseudobulbo, a mistura de casca de café com coco em pó mostrou-se superior para essas duas variáveis e a mistura de casca de café com casca de arroz carbonizada propiciou o aumento no número de brotos. A casca de café pode ser utilizada como substrato no cultivo de orquídea híbrida (C. forbesii x C. labiata x C. labiata, especialmente em mistura com o coco em pó ou a casca de arroz carbonizada, não sendo indicada como substrato único.

  15. Composição centesimal do fruto, extrato concentrado e da farinha da uva-do-japão Chemical composition of fruit, concentrated extract and flour from "Japanese grape"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene Bampi

    2010-11-01

    Full Text Available A Hovenia dulcis, mais conhecida como uva-do-japão, pertence à família Rhamnaceae, é natural da China, Japão e Coréia, sendo largamente difundida no sul do Brasil. Rica em açúcares e bem aceita para consumo humano, pode ser consumida in natura ou processada. Não há na literatura relatos de seu aproveitamento em produtos alimentícios. O presente trabalho teve por objetivo determinar a composição centesimal do fruto, do extrato concentrado e da farinha. Foram obtidos teores em torno de 54,08, 52,44 e 19,08g 100g-1 para umidade; 2,16, 4,09 e 4,48g 100g-1 para cinzas; 3,74, 2,77 e 5,73g 100g-1 para proteína bruta; 1,42, 0,37 e 1,82g 100g-1 para extrato etéreo; 12,56, 3,33 e 25,62g 100g-1 para fibra alimentar; 19,46, 37,34 e 42,53g 100g-1 para açúcares totais, além do valor calórico de 105,56, 165,14 e 216,09kcal 100g-1, respectivamente, em fruto, extrato concentrado e farinha. A quantificação por cromatografia líquida confirmou o conteúdo dos açúcares redutores (frutose, 6,15g 100g-1 e glicose, 6,57g 100g-1 superior ao teor de açúcares não redutores no fruto (sacarose, 3,56g 100g-1. A farinha é rica em açúcares e possui elevado teor de fibra alimentar, podendo ser utilizada como um ingrediente alternativo em produtos de panificação. Em termos sensoriais, o extrato concentrado obteve um índice de aceitabilidade de 82% entre os julgadores, apresentando bom potencial para elaboração de geleias.Hovenia dulcis, whose popular name is Japanese grape, belongs to the family Rhamnaceae, native of China, Japan and Korea, is widely distributed in southern Brazil. Rich in sugar and with good acceptance for human consumption it can be consumed fresh or processed. There are no literature reports of its use in food products. The aim of this study was to determine the chemical composition of the Japanese grape fruit, concentrated extract and flour. The contents for moisture (54.08, 52.44 e 19.08g 100g-1, ash (2.16, 4.09 e 4.48g

  16. Determinação da solubilidade protéica de farinhas de subproduto de aves com a pepsina em baixa concentração Determination of solubility of poultry by-product with pepsin in low concentration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Bellaver

    2004-10-01

    Full Text Available Foi proposto recentemente que a solubilidade protéica in vitro com pepsina na concentração de 0,0002% é melhor que em concentrações maiores, para melhor classificar a qualidade protéica de farinhas de origem animal (FOA. Entretanto, nessa concentração, desconhece-se qual é o intervalo que melhor exprime a qualidade por meio da solubilidade protéica das FOA. Este trabalho foi conduzido com o objetivo de identificar os valores da solubilidade protéica de farinhas de subprodutos do abate de aves (FSA, utilizadas como modelo experimental. As fontes protéicas foram duas FSA e caseína (considerada padrão com 100% de solubilidade protéica. Todas as farinhas foram autoclavadas a 120ºC, durante 0, 10, 20, 40 e 80 minutos. As concentrações utilizadas da pepsina em solução de HCl 0,0744N foram de 0,0002 e 0,02%. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados em esquema fatorial 3 (fontes x 5 (temperaturas x 2 (concentrações, com quatro repetições para a enzima na concentração de 0,0002% e duas repetições para a concentração de 0,02%. Foram determinados os valores de solubilidade protéica in vitro em solução ácido/pepsina e energia metabolizável in vivo das FSA. Os resultados indicaram que, na concentração de pepsina de 0,0002%, os valores de boa qualidade das FSA estão acima de 55%. Da mesma forma, solubilidades próximas a 84% podem ser consideradas boas, mas decaem em solubilidade e são consideradas ruins se tiverem em torno de 67% de solubilidade protéica em pepsina a 0,02%.It was recently proposed that the in vitro protein solubility is better to classify animal by-product meals (ABP using pepsin concentration of .0002% than with higher concentrations. However on this concentration no reference value exists to express ABP quality based on protein solubility. The objective of this study was to obtain protein solubility values for poultry by-product meals (PBP, as model to ABP. Two PBP and casein

  17. Rações orgânicas suplementadas com farinha de resíduos de peixe para juvenis da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus Organic diet supplemented with fish residuum flour for Nile tilapia juveniles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Rogério Boscolo

    2010-12-01

    Full Text Available Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a inclusão da farinha de resíduo da indústria de filetagem de peixes em rações orgânicas para tilápias do Nilo (O. niloticus na fase de crescimento, sobre o desempenho zootécnico (ganho de peso, conversão alimentar e sobrevivência, características de carcaça (rendimento de carcaça, tronco limpo, filé, gordura visceral, e índice hepatossomático e composição química (umidade, proteína bruta, matéria mineral e extrato etéreo dos peixes. Utilizaram-se 440 tilápias com média inicial de 84,11 ± 11,56 g de peso e 16,7 ± 0,80 cm de comprimento distribuídas em 20 tanques de 8 m³, em um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições. Foram elaboradas cinco rações com níveis de 0; 4; 8; 12 e 16% de inclusão de farinha de resíduos com 28% de proteína digestível e 3.100 kcal kg-1 de energia digestível. Houve aumento linear nas médias de ganho de peso e redução linear na conversão alimentar com a inclusão da farinha. Não foram observadas diferenças significativas (P > 0,05 nos parametros de rendimento corporal, na umidade e proteína bruta dos filés, porém, a matéria mineral e o extrato etéreo apresentaram diferenças (P This work was carried out to evaluate the inclusion of fish by-product from the filleting industry in organic food for Nile tilapia (O. niloticus in the phase of growth, on livestock performance (weight gain, food conversion and survival, characteristics of carcass (carcass yield, clear trunk, fillet, visceral fat and hepatosomatic index and chemical composition (humidity, gross protein, mineral matter and ethereal extract of fish. A total of 440 tilapias with 84.11 ± 11.56 g average initial weight and 16.7 ± 0.80 cm in length, assigned into 20 8m³-aquaria, in a completely randomized design with five treatments and four replications. Four diets were prepared with levels of 0; 4; 8; 12 and 16% of fish by

  18. Efeito da fortificação de farinhas com ferro sobre anemia em pré-escolares, Pelotas, RS Effect of iron fortification of flour on anemia in preschool children in Pelotas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Formoso Assunção

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: A fortificação de farinhas com ferro foi estabelecida por lei no Brasil, em 2004. O objetivo do estudo foi avaliar o impacto da fortificação sobre nível de hemoglobina em crianças menores de seis anos. MÉTODOS: O estudo foi realizado em Pelotas, RS, sendo uma série temporal com três avaliações a cada 12 meses. Em maio de 2004, antes da fortificação das farinhas, foram medidos níveis de hemoglobina em amostra probabilística de 453 crianças. Após 12 e 24 meses, foram estudadas amostras de 923 e 863 crianças, respectivamente. RESULTADOS: Os três grupos estudados foram comparáveis em relação a características demográficas e socioeconômicas. No estudo de linha de base, as médias de hemoglobina foram 11,3±2,8 g/dL. Após a fortificação esses valores foram 11,2±2,8 (12 meses e 11,3±2,5 g/dL (24 meses, não havendo diferença estatisticamente significativa entre os três momentos estudados (p=0,16. CONCLUSÕES: Nenhum efeito da fortificação foi observado nos níveis de hemoglobina das crianças estudadas, o que pode ser parcialmente explicado pelo consumo insuficiente de farinhas e/ou pela baixa biodisponibilidade do ferro adicionado.OBJECTIVE: Iron fortification of flour has been sanctioned by the Brazilian government since 2004. The objective of the study was to assess the impact of flour fortification on hemoglobin level in children under six. METHODS: A time-series study was carried out in Pelotas, southern Brazil, consisting of three assessments at a 12-month interval. In May 2004, before flour fortification, hemoglobin measurements were obtained in a probabilistic sample of 453 children. Twelve and 24 months later, samples of 923 and 863 children were studied, respectively. RESULTS: The three groups studied were comparable in terms of demographic and socioeconomic characteristics. At baseline, mean hemoglobin was 11.3±2.8 g/dL. In the post-fortification period, means were 11.2±2.8 (at 12 months and 11

  19. VALOR NUTRITIVO DA CASCA DE CAFÉ (Coffea arabica L. TRATADA COM HIDRÓXIDO DE SÓDIO E/OU URÉIA SUPLEMENTADA COM FENO DE ALFAFA (Medicago sativa L. NUTRITIVE VALUE OF COFFEE (Coffea arabica L. HULLS TREATED WITH SODIUM HYDROXIDE AND/OR UREA SUPPLEMENTED WITH ALFALFA (Medicago sativa L. HAY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Afonso Leitão

    2007-09-01

    Full Text Available

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o valor nutritivo da casca de café tratada ou não com hidróxido de sódio e/ou uréia. Foram utilizados vinte carneiros, em blocos casualizados, com quatro blocos e cinco tratamentos constituídos de 50% de feno de alfafa e 50% de casca de café tradada ou não, assim distribuídos: T1-feno de alfafa e casca de café pura; T2-feno e casca de café + 5% uréia; T3-feno e casca de café + 1,5% NaOH; T4-feno e casca de café + 1,5% NaOH + 5% uréia; T5-100% feno de alfafa. O tratamento da casca de café com uréia propiciou apenas aumento no teor de proteína bruta (PB, e com NaOH não provocou alterações na composição química. A casca tratada ou não provocou depressão no consumo. Houve diferença entre os tratamentos quanto ao consumo de proteína digestível (CPD, consumo de energia digestível (CED e digestibilidade aparente da proteína bruta (DAPB. Considerando-se a composição bromatológica e a digestiblidade da casca de café pura, ela é um subproduto que pode ser aproveitado pelos ruminantes. Devido ao baixo consumo da casca de café tratada ou não, deve-se fornecêla junto a outro alimento de melhor valor nutritivo, principalmente com um melhor teor de energia.

    PALAVRAS-CHAVE: Consumo; digestibilidade; ruminantes; subprodutos agrícolas.

    The aim of this work was to assess the nutritive value of coffee hulls treated with sodium hydroxide and urea. Twenty sheeps were utilized in a randomized block design, with four blocks and five treatments combining 50% alfalfa hay and 50% treated or untreated coffee hulls, as follows: T1-alfalfa hay and pure coffee hulls; T2-hay and coffee hulls + 5% urea; T3-hay + coffee hulls + 1.5% NaOH; T4-hay + coffee hulls + 1.5% NaOH + 5% urea; T5-100% hay. The treatment coffee hulls with

  20. EFFECTS OF LIMESTONE PARTICLE SIZE ON PERFORMANCE AND SHELL QUALITY OF JAPANESE QUAILS GRANULOMETRIA DO CALCÁRIO NO DESEMPENHO E QUALIDADE DA CASCA DE OVOS DE CODORNAS JAPONESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Barcellos Café

    2006-12-01

    Full Text Available This experiment evaluated limestone particle size of diet on performance and shell quality of japanese quails. The experimental design used was completely randomized with five treatments (five different particle sizes of limestone and five replicates of 16 birds each in a total of 400 birds. The treatments were: T1 – Diets with 100% of the limestone coarse; T2 – diets with 70% of limestone coarse and 30% fine; T3 – diets with 30% of limestone coarse and 70% fine; T4 - Diets with 100% of the limestone fine and T5 – Diets with 100% of medium limestone. The experimental diets were formulated to meet NRC (1994 nutritional requirements. The treatment of 100% fine particle size improved egg production and bird performance compared to the treatment with 100% medium particle size. There was no effect of limestone particle size on shell quality of quail eggs. The fine or coarse limestone particle size can be used in diets of laying quails. The medium limestone particle size is not recommended on laying Japanese quail diets. KEY WORDS: Limestone, particle size, japonese quails, egg production, shell egg quality. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da granulometria do calcário calcítico da ração de postura sobre o desempenho produtivo e a qualidade da casca dos ovos de codornas japonesas (Coturnix coturnix. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente ao acaso com cinco tratamentos, com cinco repetições de 16 aves cada, num total de quatrocentas aves. Os tratamentos foram: T1 – ração com 100% de calcário de granulometria grossa; T2 – ração com 70% de calcário de granulometria grossa e 30% fina; T3 – ração com 30% de calcário de granulometria grossa e 70% fina; T4 – ração com 100% de calcário de granulometria fina; T5 – ração com 100% de calcário de granulometria média. As rações experimentais eram isonutritivas e foram formuladas para conter os níveis nutricionais sugeridos pelo NRC (1994

  1. Antiamnesic evaluation of C. phlomidis Linn. bark extract in mice Avaliação da atividade antiamnésica da casca de C. phlomidis Linn. em camundongos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    anumanthachar Joshi

    2008-12-01

    Full Text Available Clerodendron phlomidis Linn. (Verbenaceae is known as Agnimantha in sanskrit. Bark of the plant is used in treating various nervous disorders. In the present study C. phlomidis was investigated for its potential as a nootropic agent in mice. The aqueous extract of the C. phlomidis (100 and 200 mg/kg, p.o. was administered for 6 successive days to both young and aged mice. Exteroceptive behavioral models such as elevated plus maze and passive avoidance paradigm were employed to evaluate short term and long term memory respectively. Scopolamine (0.4 mg/kg, i.p., diazepam (1 mg/kg, i.p. were employed to induce amnesia in mice. To delineate the mechanism by which C. phlomidis exerts nootropic action, its effect on brain acetyl cholinesterase levels were determined. Piracetam (200 mg/kg, i.p. was used as a standard nootropic agent. Pretreatment with C. phlomidis (100 and 200 mg/kg, p.o. for 6 successive days significantly improved learning and memory in mice. It reversed the amnesia induced by scopolamine, diazepam and natural ageing. It also decreased the acetyl cholinesterase levels in the whole brain. The bark of C. phlomidis can be of enormous use in the management of treatment of cognitive disorders such as amnesia and Alzheimer's disease.Clerodendron phlomidis Linn. (Verbenaceae é conhecida como Agnimantha em sânscrito. A casca da planta é utilizada no tratamento de várias disfunções neurológicas. No presente estudo, C. phlomidis foi investigada pelo seu potencial como agente nootrópico em camundongos. O extrato aquoso de C. phlomidis (100 e 200 mg/kg, p.o. foi administrado por seis dias consecutivos tanto para camundongos jovens quanto para idosos. Modelos comportamentais exteroceptivos, tais como labirinto em cruz elevada e paradigma de esquiva passiva foram empregados para avaliar memória recente e tardia, respectivamente. Escopolamina (0,4 mg/kg i.p., diazepam (1 mg/kg i.p. foram empregados para induzir amnésia em camundongos. A

  2. PRODUÇÃO DE UMA FARINHA DE ALBEDO DE LARANJA COMO FORMA DE APROVEITAMENTO DE RESÍDUO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sâmira Bublitz

    2013-11-01

    Full Text Available O Brasil é um dos maiores produtores de suco de laranja e exporta cerca de 70% da sua produção. Durante o processamento do suco de laranja são gerados subprodutos, como o bagaço denominado também de albedo. Visando a diversificação tecnológica, este trabalho possui como objetivo a elaboração de uma farinha a partir de um subproduto da indústria de sucos, que possa ser utilizada como enriquecimento nutricional em formulações de produtos de panificação. A farinha foi obtida pela trituração úmida, lavagem, secagem e trituração seca do resíduo desidratado das laranjas. As análises físico-químicas da farinha de albedo de laranja foram realizadas segundo as metodologias preconizadas pelo Instituto Adolfo Lutz (2008. A umidade (11,75% da farinha ficou dentro do máximo permitido pela legislação brasileira; apresentou um baixo teor de gorduras (0,42% e calorias em torno de 18% a menos que a farinha de trigo. A fibra bruta da farinha de albedo da laranja (16,20% é cinco vezes maior, em comparação a uma farinha tradicional de trigo (3,2%, podendo ser considerada um ingrediente funcional. A farinha de albedo de laranja é uma excelente alternativa para enriquecimento de produtos de panificação, agregando não só valor econômico como valor nutricional, com considerável teor de fibras.

  3. Desempenho da tilápia-do-Nilo arraçoada com dietas contendo farinha de sangue bovino atomizado ou convencional - doi: 10.4025/actascianimsci.v33i3.10736 Performance of nile tilapia fed with spray-dried or vat-dries bovine blood meal - doi: 10.4025/actascianimsci.v33i3.10736

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo do Valle Polycarpo

    2011-06-01

    Full Text Available Foi avaliado o desempenho e os índices de rendimento da tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus alimentada com níveis crescentes de farinha de sangue atomizado (FSA ou de farinha de sangue convencional (FSC em dietas formuladas com base em aminoácidos digestíveis. Foram utilizados 252 alevinos, distribuídos num delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (2 x 4 + 1, duas classes de farinha de sangue com quatro níveis de inclusão de cada farinha na dieta, e uma dieta-controle, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em uma dieta-controle à base de farelo de soja, contendo 34% de proteína digestível (PD e 3.200 kcal de energia digestível kg-1 (ED, mais quatro rações formuladas com FSA e quatro rações com FSC, com inclusões de 5, 10, 15 e 20% de cada farinha na ração, mantendo-se os níveis de PD, ED, fósforo, cálcio, lisina, metionina, treonina e triptofano idênticos aos da dieta-controle. Concluiu-se que é possível utilizar até 15% da FSC em rações para tilápia-do-Nilo na fase de 5 a 150 g de peso vivo.The study evaluated the performance and carcass composition index of Nile tilapia (Oreochromis niloticus fed with diets containing increasing levels of spray-dried blood meal (SDBM and vat-dried blood meal (VDBM and formulated based on digestible amino acids. Two hundred and fifty-two fingerlings were distributed in a completely randomized design, in a (2 x 4 + 1 factorial model, two types of blood meal with four levels of each blood meal in the diet, and a control diet (without blood meal, with four replications. The treatments consisted of soybean meal-based control diet, with 34% digestible protein (DP and 3,200 kcal of digestible energy kg-1 (DE, plus four diets formulated with SDBM and four diets with VDBM, containing 5, 10, 15 and 20% of each meal in feed, maintaining identical DP, DE, phosphorus, calcium, lysine, methionine, threonine and tryptophan levels as those of the control diet

  4. Caracterização química e perfil aminoácidico da farinha de silagem de cabeça de camarão Chemical characterization and profile of the amino acids of the flour of shrimp head

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Figueiredo Guilherme

    2007-06-01

    Full Text Available O desenvolvimento crescente da Piscicultura vem necessitando estudos sobre a melhor forma de utilização das rações, visto que estas podem elevar o custo de produção de 50 a 80%. Devido à escassez e o elevado preço de tais fontes protéicas (farinhas de osso e carne com a farinha de peixe e visando a farinha de silagem de cabeça de camarão como uma alternativa em potencial, com esta pesquisa objetivou-se estudar elaboração, caracterização química e o perfil dos aminoácidos da farinha de silagem de cabeça de camarão, visando atender as exigências nutricionais de aminoácidos na alimentação de peixes cultivados. A pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Desenvolvimento de Produtos Pesqueiros - LDPP - do Departamento de Tecnologia e Química de Alimentos, da UFPB. A farinha de silagem de cabeça de camarão foi elaborada após diversos processos, e depois realizadas as análises químicas (composição centesimal e dosagem de cálcio e ferro, as amostras foram analisadas em triplicatas. A análise da composição de aminoácidos da farinha de silagem de cabeça de camarão foi realizada em um Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência, sendo encontrado em maior quantidade os aminoácidos valina e arginina. As cabeças de camarão, sob a forma de farinha de silagem seca, apresentaram um rendimento (22,1% e mostraram-se com uma excelente fonte proteíca (39,5% e lipídica (12,5%, além de ter considerável quantidade de cálcio, portanto pode servir como eventual substituto na formulação de dietas para peixes.The growing development of the fishery forced the researchers they to look for the best form of use of the rations, because these, they can elevate the cost of production from 50 to 80%. In the diets for fish and shrimps, the protein of animal origin more commonly used it is together the bone flour and meat with the fish flour. Due to shortage and the high price of such sources proteins and seeking the flour if silage

  5. Nutrients in the cassava (Manihot esculenta Crantz leaf meal at three ages of the plant Nutrientes na farinha de folhas de mandioca (Manihot esculenta Crantz em três idades da planta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Wobeto

    2006-12-01

    Full Text Available The high number of cassava cultivars adapted to many different regions provides a wide variation in the chemical composition of cassava leaves meal (CLM. Therefore, the contents of some nutrients in CLM from five cultivars at three ages of the plant were investigated in order to select the cultivars and ages with superior levels of these nutrients. When the plants were 12 months old, the highest levels of crude protein (CP, beta-carotene, iron, magnesium, phosphorus and sulfur were observed. The IAC 289-70 cv. showed the highest levels of magnesium, as well as considerable contents of CP, beta-carotene, iron, zinc and sulfur, which did not differ statistically from the cultivars showing the highest levels of these nutrients.O número elevado de cultivares de mandioca adaptados às mais diversas regiões confere ampla variação na composição química da farinha de folhas de mandioca (FFM. Portanto, foram investigados os teores de alguns nutrientes nas FFM de cinco cultivares em três idades da planta, a fim de selecionar cultivares e idades com níveis superiores destes nutrientes. Aos 12 meses de idade da planta, observaram-se os maiores níveis de proteína bruta (PB, beta-caroteno, ferro, magnésio, fósforo e enxofre. O cultivar IAC 289-70 apresentou os maiores níveis de magnésio, assim como teores apreciáveis de PB, beta-caroteno, ferro, zinco e enxofre, pois não diferiu estatisticamente dos cultivares com os níveis mais elevados destes nutrientes.

  6. Utilização da farinha pré-gelatinizada de milho na alimentação de leitões na fase de creche. Digestibilidade e desempenho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moreira Ivan

    2001-01-01

    Full Text Available Foram realizados dois experimentos, um de digestibilidade (Experimento I e outro de desempenho (Experimento II. No experimento de digestibilidade, foram utilizados 16 leitões mestiços, machos castrados, desmamados aos 2l dias de idade e com 6,0kg de peso vivo inicial médio, alojados em gaiolas de metabolismo, contendo dois animais por unidade experimental. O alimento estudado foi a farinha pré-gelatinizada de milho (FPGM. Os coeficientes de digestibilidade CD da matéria seca, da proteína bruta e da energia bruta foram, respectivamente, de 89,2; 78,7 e 90,2%. Os teores de matéria seca digestível, proteína digestível, energia digestível e absorção de água foram, respectivamente, de 81,8%; 6,5%; 3682 kcal/kg e 500%. No experimento de desempenho, foram utilizados 96 leitões mestiços, sendo metade machos castrados e metade fêmeas, desmamados aos 21 dias de idade, em um delineamento em blocos casualizados, com quatro tratamentos, seis repetições e quatro leitões por unidade experimental, conduzido para verificar os efeitos de níveis crescentes de substituição (0; 33; 66; 100% do milho comum pela FPGM sobre o desempenho de leitões na fase de creche (21-63 dias de idade. Concluiu-se que a FPGM substituiu o milho comum até o nível de 23,7% em rações fareladas, compostas de milho, farelo de soja e núcleo comercial, para leitões na fase de 21 a 63 dias de idade.

  7. Modificação da composição química de farinhas integrais de grãos de amaranto após a aplicação de diferentes tratamentos térmicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças de Assis Bianchini

    2014-01-01

    Full Text Available O emprego do calor é uma alternativa utilizada com a finalidade de garantir a inocuidade, melhorar características sensoriais e aumentar a digestibilidade dos vegetais, tornando-os aptos ao consumo de crianças. No entanto, condições severas de calor podem alterar a sua composição nutricional. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do calor seco ou úmido, antes da moagem, na composição química de farinhas integrais de grãos de amaranto (Amaranthus cruentus. As farinhas foram produzidas de grãos integrais in natura (FIAI, tostados (FIAT, cozidos e secos (FIAC e pipocados (FIAP. Os tratamentos térmicos aplicados aos grãos não afetaram os teores de minerais das farinhas, com exceção do Ca e Cu, mas elevaram os teores de lipídios (12 a 19% e de fibra solúvel (18 a 35% e reduziram de fibra insolúvel (5,8 a 8,5% em comparação com à in natura. Os aminoácidos sulfurados foram os primeiros limitantes na FIAI, para idades de 1 a 10 anos e o pipocamento reduziu a qualidade aminoacídica do grão, que passou a ser limitante, também, em lisina para todas as idades. A tostagem e a cocção melhoraram o balanço aminoacídico das farinhas e os aminoácidos sulfurados deixaram de ser limitantes para maiores de três anos.

  8. Teores de minerais em polpas e cascas de frutos de cultivares de bananeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Fernandes Aquino

    2014-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a percentagem de matéria seca, o teor de minerais e a capacidade de fornecimento de minerais, com base na ingestão dietética de referência na polpa e na casca de frutos verdes e maduros de 15 cultivares de bananeira. Utilizaram-se quatro cachos por cultivar e seis frutos por unidade amostral. Foram coletadas amostras frescas da polpa e da casca, para digestões sulfúricas (0,2 g e nitroperclóricas (0,5 g. Foram determinados: no extrato sulfúrico, o N total pelo método Kjeldahl; e, no extrato nitroperclórico, P, K, Ca, Mg, Cu, Mn, Fe, Zn e Se. O P foi determinado por colorimetria, e os demais nutrientes, por espectrofotometria de absorção atômica. O teor de minerais na polpa e na casca foi expresso com base na média dos dois estádios. Há diferenças entre cultivares de bananeira quanto à concentração de macro e micronutrientes na polpa e na casca, mas não entre frutos verdes e maduros. A cultivar Terrinha apresentou a maior percentagem de matéria seca na polpa, e as cultivares Marmelo e Maçã, na casca. Para N, P, Fe, Zn e Cu, a casca apresentou duas vezes o teor da polpa. O teor de K e Mn na casca foi de aproximadamente quatro vezes o da polpa. A polpa da cultivar Caipira (AAA e a casca das cultivares Prata e Pacovan (AAB apresentam os maiores teores de minerais.

  9. Efeito da farinha de semente de abóbora (Cucurbita maxima, L. sobre o metabolismo glicídico e lipídico em ratos The pumpkin (Cucurbita maxima, L. seed flour effect on the rat glucose and lipid metabolism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Machado de Cerqueira

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito da farinha de semente de abóbora (Cucurbita maxima, L. sobre o metabolismo glicídico e lipídico em ratos. MÉTODOS: Vinte ratos Wistar machos recém-desmamados, distribuídos em quatro grupos, receberam por 10 dias, rações controle e experimental com farinhas de semente de abóbora integral, peneirada ou residual substituindo 30% do valor total de amido e dextrina da dieta controle. As dietas foram isocalóricas. Foram determinados os macronutrientes e a fibra insolúvel nas farinhas. As dietas tiveram a composição química calculada a partir dos dados dos rótulos dos produtos, da tabela de composição de alimentos e da análise química das farinhas de semente de abóbora. O peso corporal e a ingestão dos animais foram tomados a cada 48 horas. O sangue, coletado por punção cardíaca, teve os níveis de triacilgliceróis, colesterol e glicose analisados por métodos enzimáticos. RESULTADOS: As farinhas de semente de abóbora foram boas fontes de proteínas, lipídeos e, especialmente, fibras alimentares. Os animais tiveram ganho ponderal e ingestão semelhante (p>0,05. Os níveis de glicose e triacilgliceróis foram reduzidos significantemente para os grupos que receberam dietas com farinhas de semente de abóbora integral e peneirada. CONCLUSÃO: Frente às suas propriedades química e funcional, concluiu-se que a farinha de semente de abóbora interferiu no metabolismo do rato diminuindo significantemente os níveis de glicose e triacilgliceróis séricos.OBJECTIVE: The aim of the present research was to evaluate the pumpkin (Cucurbita maxima, L. seed flour effect on the rat glucose and lipid metabolism. METHODS: Twenty recent weaned male Wistar rats, divided in four groups, received for 10 days control and experimental diets containing whole, sifted and residual pumpkin seed flour on the rate of 30% of the total starch and dextrin in the control diet. All diets were

  10. Estudo das características químicas e físicas da cinza da casca da castanha de caju para uso em materiais cimentícios - 10.4025/actascitechnol.v32i4.7434

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sofia Araujo Lima

    2010-12-01

    Full Text Available As cinzas ocupam lugar de destaque dentre os resíduos agroindustriais por resultarem de processos de geração de energia. Sabe-se que muitas dessas cinzas possuem reatividade pozolânica, podendo ser utilizadas como adição mineral em matrizes de cimento Portland. O presente estudo tem como objetivo investigar as características físicas e químicas da cinza da casca da castanha de caju (CCCC, por meio dos seguintes ensaios: análise química, massa unitária, massa específica, extratos lixiviado e solubilizado, difratometria de raios X (DrX, superfície específica (BET e análise da pozolanicidade com o cimento Portland e com a cal. O conjunto de análises deste trabalho indica a restrição ao uso da CCCC em matrizes cimentícias em função da baixa reatividade com o hidróxido de cálcio (CH e dos altos teores de álcalis, dos metais pesados e do fenol detectados nessa cinza.

  11. Infl uência da retirada da casca na digestibilidade proteica de feijão vermelho e de soja utilizando o método in vitro
    Infl uence of bark extraction of protein digestibility of red beans and soybeans using the in vitro method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. C. O. SANT'ANA

    2011-04-01

    Full Text Available

    As proteínas são compostos orgânicos complexos, fundamentais aos organismos animal e humano, que têm como principal função na dieta suprir o organismo de aminoácidos indispensáveis em quantidades adequadas para síntese e manutenção dos tecidos corporais. A determinação da digestibilidade proteica de um alimento é um fator importante para estimar a sua qualidade, sendo o método in vitro uma alternativa rápida e fácil. A baixa digestibilidade dos grãos é atribuída a fatores antinutricionais que diminuem a atividade das enzimas digestivas. O objetivo deste trabalho foi determinar a digestibilidade proteica in vitro de proteína de grãos de soja e feijões, integrais e sem casca, verifi cando assim se esta interfere na digestibilidade. Verifi cou-se que a retirada da casca dos grãos interferiu na digestibilidade in vitro.

  12. Valor nutricional da casca do grão de soja, farelo de soja, milho moído e farelo de trigo para bovinos Nutritional value of soybean hulls, soybean meal, ground corn and wheat meal for cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Toledo da Silva

    2001-05-01

    Full Text Available Foi realizada análise bromatológica da casca do grão de soja (CGS, farelo de soja, milho moído e farelo de trigo; ensaio de digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS e da parede celular (DIVPC dos referidos alimentos; e degradabilidade in situ da matéria seca (MS, matéria orgânica (MO e energia bruta (EB, da CGS moída (CSM ou peletizada (CSP. Para a determinação da DIVMS e DIVPC, foram realizadas três coletas de líquido ruminal, com intervalos de uma semana. Para a determinação da degradabilidade in situ da MS, MO e EB, foram utilizadas três vacas munidas de fistula ruminal. Os tempos de incubação foram: 3, 6, 12, 24 e 48 horas, sendo que o tempo zero foi realizado no laboratório. Foram determinadas as percentagens de degradação e das degradabilidades efetivas para MS, MO e EB. A partir dos resultados encontrados, conclui-se que a CGS pode ser utilizada como um alimento alternativo nas rações de bovinos.The experiment was divided into three parts: composition analysis of soybean hulls (SH, soybean meal, ground corn and wheat meal; in vitro digestibility of dry matter (IVDDM and cellular wall (IVDCW of the feeds mentioned above; in situ degradation of dry matter (ISDDM, organic matter (ISDOM and gross energy (ISDGE, of milled (MSH or pelleted (PSH soybean hulls. Three collections of rumen liquid were undertaken for IVDDM and IVDCW at weekly intervals. Three rumen fistulated cows were utilized for the estimates of ISDDM, ISDOM and ISDGE. Incubation periods were 3, 6, 12, 24, 48 hours, whereas zero time was achieved in the laboratory. Degradation percentages and the percentages of real degradability for dry matter, organic matter and gross energy were reported. Results showed that SH could be used as an alternative food in cattle rations.

  13. Antinutrients in the cassava (Manihot esculenta Crantz leaf powder at three ages of the plant Antinutrientes na farinha de folhas de mandioca (Manihot esculenta Crantz em três idades da planta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Wobeto

    2007-03-01

    Full Text Available In Brazil, the cassava leaf meal (CLM has been used to strive against undernourishment because it is a high source of vitamins and minerals. However, the wide variation in the chemical composition of the different cultivars, as well as their antinutritional substances may be a restriction to their uses. The levels of some antinutrients in CLM from five cultivars at three ages of the plant (TAP were investigated, in order to select the cultivars and plant ages that would be more appropriate for human consumption. The lowest contents of antinutrients were observed in the 12-month old plants, except for nitrate and hemagglutinin from which the lowest contents were found for the 17 month old ones. The cultivar IAC 289-70 had the lowest antinutrient levels, except for saponin and oxalate. Thus, the cultivar IAC 289-70 at 12 months is the most appropriate for human consumption.No Brasil, a farinha de folhas de mandioca (FFM vem sendo usada no combate à desnutrição por ser fonte de vitaminas e minerais. Todavia, a grande variação na composição química dos diferentes cultivares e a presença de substâncias antinutricionais tem restringido o seu uso. Investigaram-se os níveis de alguns antinutrientes da FFM de cinco cultivares em três idades da planta (TIP, a fim de selecionar cultivares e idades mais adequadas para o consumo humano. Aos 12 meses foram observados os menores teores de antinutrientes, exceto para nitrato e hemaglutinina, os quais foram inferiores aos 17 meses. O cultivar IAC 289-70 destacou-se com os menores níveis dos antinutrientes, exceto para a saponina e oxalato. Portanto, o cultivar IAC 289-70, aos 12 meses, é o mais adequado para o consumo humano.

  14. Composição químico-bromatológica da silagem de capim-elefante com níveis de casca de café Chemical composition of elephant grass silages as affected by coffee hulls addition levels

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dawson José Guimarães Faria

    2007-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar os efeitos do processamento (inteira ou moída e da inclusão de diferentes níveis de casca de café (0, 6, 12, 18 e 24% da matéria natural sobre a composição químico-bromatológica, as características fermentativas e a digestibilidade in vitro da MS (DIVMS de silagens de capim-elefante. As variáveis foram analisadas em esquema fatorial 2 x 5, em delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições. O processamento e a inclusão de casca de café aumentaram os teores de MS das silagens, observando-se que a inclusão de casca inteira, em comparação à casca moída, proporcionou maior teor de MS. O processamento e os níveis de casca de café não influenciaram os teores de PB das silagens. Os níveis de casca de café tiveram efeito linear sobre os teores de FDN e FDA, ocasionando decréscimo de FDN e aumento de FDA. O processamento e os níveis de inclusão influenciaram os teores de lignina. Os níveis de casca de café, não o processamento, tiveram efeito quadrático sobre os teores de nitrogênio insolúvel em detergente neutro e ácido. Houve efeito da interação processamento ´ nível de inclusão sobre o pH, que sofreu efeito quadrático dos níveis de inclusão nos dois processamentos. Verificou-se efeito linear dos níveis de casca de café sobre os valores de nitrogênio amoniacal, que diminuíram conforme aumentaram os níveis de inclusão, sendo menores para a casca moída. A DIVMS sofreu efeito quadrático dos níveis de inclusão, sendo inferior na silagem com casca inteira em comparação à casca moída. A casca de café foi eficiente como aditivo absorvente nas silagens e, apesar de não ter melhorado as características bromatológicas das silagens, pode ser utilizada inteira ou moída, em proporções de até 12%, para melhorar as características fermentativas da silagem.The experiment aimed to evaluate the effects of processing (whole or ground and the inclusion level of

  15. Lenho e Casca de Eucalyptus e Acacia em Plantios Monoespecíficos e Consorciados

    OpenAIRE

    Silva, Camila Luiz; Roldão, Bruna de Carvalho; Santos, Leonardo David Tuffi; Hein, Paulo Ricardo Gherardi

    2017-01-01

    RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar a variação do teor e espessura da casca e da densidade básica da madeira de Eucalyptus e Acacia plantados em monocultivo e consórcio. Cinco árvores de Eucalyptus urophylla × E. grandis e cinco de Acacia mangium foram investigadas em plantios monoespecíficos e mistos, totalizando 20 árvores. O teor e espessura da casca produzida pela Acacia em monocultivo (47,5% e 1,32 cm) foram aproximadamente três vezes superiores, quando comparadas àquelas do plant...

  16. Effect of vitamin K on bone integrity and eggshell quality of white hen at the final phase of the laying cycle Efeito da vitamina K sobre a integridade óssea e da casca de ovos de poedeiras leves na fase final de postura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovanir Inês Müller Fernandes

    2009-03-01

    ífica do ovo, o peso da casca, o percentual de ovos de casca fina e quebradas e a espessura da casca. Houve efeito linear dos níveis de vitamina K sobre o peso do ovo, a taxa de postura e a conversão alimentar (kg/dz e efeito quadrático sobre o teor de cinzas ósseas. A inclusão de vitamina K influenciou o desempenho produtivo e a mineralização óssea, mas não influenciou a qualidade da casca dos ovos. A ausência de resposta da qualidade da casca à suplementação de vitamina K pode estar relacionada à idade das poedeiras.

  17. Avaliação da resistência a fadiga dos Engineered Cementitious Composites (ecc, reforçados com fibra de polipropileno e produzidos com adição de cinza de casca de arroz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alceu Lopes de Freitas Júnior

    2017-07-01

    Full Text Available O Engineered Cementitious Composites - ECC – é um tipo especial de compósito cimentício de alto desempenho reforçado com fibra, cuja principal característica é a alta ductilidade. O traço de ECC é composto por cimento, material pozolânico, agregado miúdo e fibras. Este estudo avaliou a resistência à fadiga de traços de Engineered Cementitious Composites reforçados com fibras de polipropileno - PPECC – e cuja composição da matriz cimentícia tenha a incorporação de cinza de casca de arroz como material suplementar. Para isto, foram produzidos corpos de prova com substrato de concreto para pavimento e overlay com o traço de PPECC desenvolvido. Os corpos de prova foram submetidos aos ensaios de flexão a quatro pontos (estático e cíclico. Compararam-se os resultados obtidos no ensaio estático dos traços de PPECC com os resultados obtidos neste mesmo ensaio com corpos de prova produzidos somente por concreto para pavimento. Foram analisados os resultados dos ensaios cíclicos em diferentes intervalos de tensões. Com os resultados variação da tensão x números de ciclos, obtidos no ensaio cíclico, foi avaliado o comportamento à fadiga do compósito.

  18. Avaliação da Farinha de Carne e Ossos na Alimentação de Frangos de Corte Evaluation of Meat and Bone Meal in Broiler Chickens Feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DE Faria Filho

    2002-01-01

    Full Text Available Um mil quatrocentos e quarenta pintos de um dia, machos, foram utilizados com o objetivo de avaliar a utilização da farinha de carne e ossos (FCO sobre o desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte. Foi utilizado o delineamento inteiramente ao acaso em esquema fatorial 2 x 2 x 2, com os fatores: níveis de inclusão da FCO (3 e 6%, tipos de FCO (37,51 e 41,58% de proteína bruta, valores de energia metabolizável da FCO conforme equações de predição sugerida pelo NRC (1994 ou tabela de Rostagno et al. (1994, mais um tratamento controle sem a inclusão de FCO, com quatro repetições de 40 aves cada. O consumo de ração e ganho de peso (GP foram influenciados pela inclusão de FCO, sendo verificado maior GP quando a FCO não foi utilizada. As demais características de desempenho não foram afetadas pelos fatores estudados. A gordura abdominal foi reduzida quando a FCO não foi utilizada. Concluiu-se que dietas de frangos de corte contendo até 6% de FCO proporcionam pior desempenho quando comparadas com aquelas a base de milho e farelo de soja.Fourteen hundred and forty day-old male chicks were used to evaluate the use of meat and bone meal (MBM on performance and carcass yield of broilers. The experimental design was a 2 x 2 x 2 factorial random arrangement: inclusion levels of MBM (3 and 6%, types of MBM (37.51 and 41.58% of crude protein, metabolizable energy values for MBM according to prediction equations (NRC, 1994 or by Rostagno et al.(1994, plus a control diet without MBM, with four replicates of forty chickens each. Feed intake and body weight gain (WG were influenced by inclusion levels of MBM, with higher WG when MBM was not used. The remaining performance characteristics were not altered by the factors studied. There was reduction in abdominal fat when MBM was not used. It was concluded that the performance was impaired due to the use of diets containing up to 6% of MBM when compared to corn-soybean meal diets.

  19. Estudo das propriedades físico-químicas e microbiológicas no processamento da farinha de mandioca do grupo d'água Study of physical-chemical and microbiological properties when processing cassava flour from the water group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan Campos Chisté

    2007-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização físico-química das etapas de processamento da farinha de mandioca do grupo d'água, bem como a identificação de contaminantes microbiológicos e físicos. As coletas das amostras foram realizadas em uma Casa de Farinha, no Município de Castanhal - PA. Selecionou-se os pontos de coleta: mandioca descascada e lavada após o período de molho (MD; mandioca triturada (MT; mandioca prensada (MP; e farinha de mandioca (FM, realizando-se as análises de umidade e acidez em todos os pontos de coleta e, para a farinha de mandioca, além destas, cinzas, atividade de água, proteínas, lipídios e amido. A umidade inicial da amostra MD foi de 59,22 a 62,64%, obtendo o produto final (FM umidade de 1,43 a 2,12%. A acidez inicial foi alta (4,91 a 5,96 meq NaOH.100 g -1 na MD, ocorrendo aumento progressivo até a obtenção da farinha (6,54 a 10,19 meq NaOH.100 g -1, onde o exigido pela legislação é de 3 meq NaOH.100 g -1. Para o amido, o valor obtido foi de 73,19 a 75,31%, conforme o exigido pela legislação (mínimo 70%. A farinha apresentou-se aceitável pela legislação para Coliformes (The aim of this work was to define the physical-chemical characterization of the processing stages of cassava flour from the water group and identify microbiological and physical contaminants. The samples were collected in a flour mill located in Castanhal, Pará. The selected points were: peeled and washed cassava after (MD; triturated cassava (MT, pressed cassava (MP; and cassava flour (FM analysing humidity and acidity at all the points of collection and for the cassava flour, ash, water activity, proteins, fats and starch. The initial humidity of the MD sample was from 59.22 to 62.64%, obtaining the flour humidity from 1.43 to 2.12%. The initial acidity was high (from 4.91 to 5.96 meq NaOH.100 g -1 in the MD, gradually increasing until attaining flour (6.54 to 10.19 meq NaOH.100 g -1, whereby

  20. Avaliação da micoflora e ocorrência de micotoxinas em cascas de amendoim em diferentes estágios de maturação da vagem Evaluation of mycoflora and occurrence of mycotoxins in peanut hulls at different pod maturation stages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edlayne Gonçalez

    2008-10-01

    Full Text Available As cascas de amendoim (Arachis hypogaea L. são de grande importância para confecção de cama de frangos, de gado de leite e como fonte de fibras para ruminantes, portanto a elucidação dos mecanismos de contaminação por fungos toxigênicos e por micotoxinas em amendoim é imprescindível, especialmente para que medidas preventivas possam ser tomadas. Realizou-se, este trabalho, em Junqueirópolis, Estado de São Paulo, Brasil. Os principais fungos isolados nas cascas de amendoim foram Fusarium ssp. (78,75 %, Rhizopus ssp. (14,1 % e A. flavus (11,75 %. No solo foram isolados Penicillium spp., Fusarium spp. e Aspergillus flavus, entre outros. Aflatoxinas foram detectadas em amostras de cascas de amendoim a partir do estágio de granação em concentrações que variaram de 5,42 μg/kg a 218,52 μg/kg. Ácido ciclopiazônico e fumonisinas B1 e B2 não foram detectadas. A presença de A. flavus e aflatoxinas nas amostras, revela a importância de um controle das cascas de amendoim antes de sua utilização. Boas práticas agrícolas são indicadas para região, uma vez que a contaminação das vagens ocorreu antes da colheita.Peanut (Arachis hypogaea L. hulls are very important because they are used as litter to poultry and dairy cattle and as fiber source to cattle. The elucidation of the peanuts contamination mechanisms by toxigenic fungi and their mycotoxins is vital, specially for prevention measurements. The peanuts total mycoflora and mycotoxin contamination were analyzed in plants sampled in Junqueirópolis, in São Paulo State (Brazil at different stages of the pod maturity. The prevalent mycoflora in peanut hulls were Fusarium spp., Rhizopus spp. and Aspergillus flavus. In soil under the peanut crop, the genus Penicillium spp., Fusarium spp. and A. flavus were detected. Aflatoxins were detected in peanut hull samples since filling pod stage in concentrations from 5.42 μg/kg to 218.52 μg/kg. Cyclopiazonic acid and fumonisins were not

  1. Antioxidant, cytotoxic and UVB-absorbing activity of Maytenus guyanensis Klotzch. (Celastraceae bark extracts Atividade antioxidante, citotóxica e absorção no UVB de extratos da casca de Maytenus guyanensis Klotzch. (Celastraceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Almeida Telles Macari

    2006-12-01

    óidas, rim inchado, erupções de pele, prevenção do câncer de pele, entre outros. Vários solventes e métodos de extração foram aplicados a cascas secas pulverizadas, possibilitando a preparação de extratos que apresentam letalidade às larvas de Artemia franciscana Leach, bem como atividade antioxidante em testesin vitrobaseados em 2,2,-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH. Análise das frações provenientes de extrações em série por solventes de polaridade crescente levou à conclusão que atividades antioxidante e citotóxica estão associadas a compostos de polaridade baixa e média. A variação do tempo e outras condições de extração revelou que extração continua a quente forneceu bons rendimentos de extrato de casca em poucas horas. Extração a quente também forneceu extratos etanólicos apresentando maior citotoxicidade para A. franciscanae atividade antioxidante (comparado ao flavonóide rutina em métodos semi-quantitativos baseados em DPPH quando comparado com extrato etanólico obtido da maceração a temperatura ambiente. Extratos etanólicos liofilizados foram preparados através de maceração e extração a quente (oito horas em escalas de centenas de gramas sendo que o extrato obtido a quente apresentou efeito protetor solar parcial na região da luz UVB. É o primeiro trabalho que demonstra a citotoxicidade, efeito antioxidante e potencial atividade de proteção solar de M. guyanensis.

  2. Efeito da incorporação de casca de café nas propriedades físico-mecânicas de painéis aglomerados de Eucalyptus urophylla S.T. Blake Effect of the incorporation of coffee husks on the physico-mechanical properties of Eucalyptus urophylla S.T. Blake particleboards

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Farinassi Mendes

    2010-06-01

    Full Text Available Neste trabalho objetivou-se avaliar a influência da incorporação de casca de café nas propriedades físico-mecânicas de painéis aglomerados produzidos com Eucalyptus urophylla S.T. Blake. Os painéis foram produzidos com incorporação de 25, 50 e 75% de casca de café, em três teores da resina fenol-formaldeído (6, 9 e 12% e 1% de parafina. A densidade nominal dos painéis foi de 0,7 g/cm³ e o ciclo de prensagem compreendeu uma pressão de 3,92 MPa e temperatura de 180ºC por 8 minutos. Pelos resultados obtidos foi possível observar que: as propriedades físicas dos painéis aglomerados apresentam relação linear decrescente com o aumento do teor de resina, e crescente com a porcentagem de casca de café, apresentando maiores valores de absorção de água e inchamento em espessura. As propriedades mecânicas apresentam relação linear crescente com o aumento do teor de resina, e decrescente com a porcentagem de associação de casca de café. Do modo que a pesquisa foi conduzida, a incorporação da casca de café prejudica a qualidade dos painéis produzidos.The objective of this study was to evaluate the influence of the incorporation of Coffee husks in the production of particleboard with Eucalyptus urophylla S.T. Blake. The panels were produced incorporating 25%, 50%, and 75% of Coffee husks at three levels of resin phenol-formaldehyde (6, 9 and 12% and 1% of paraffin. The nominal density of the panels was 0.7 g/cm³ and the cycle of pressing consisted in a pressure of 3.92 MPa under a temperature of 180°C for 8 minutes. By the results it was possible to observe that the physical properties of the particleboard have a linear relationship decreasing with the increase in the level of resin, and increasing with the increase in the percentage of coffee husks, showing higher values of water absorption and thickness swelling. The mechanical properties show a linear relationship growing with the increase of resin level, and

  3. Estudo das características químicas e físicas da cinza da casca da castanha de caju para uso em materiais cimentícios = A study of the chemical and physical properties of cashew nut shell ash for use in cement materials

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sofia Araujo Lima

    2010-10-01

    Full Text Available As cinzas ocupam lugar de destaque dentre os resíduos agroindustriais por resultarem de processos de geração de energia. Sabe-se que muitas dessas cinzas possuem reatividade pozolânica, podendo ser utilizadas como adição mineral em matrizes de cimento Portland. O presente estudo tem como objetivo investigar as características físicas equímicas da cinza da casca da castanha de caju (CCCC, por meio dos seguintes ensaios: análise química, massa unitária, massa específica, extratos lixiviado e solubilizado, difratometria de raios X (DrX, superfície específica (BET e análise da pozolanicidade com o cimento Portland e com a cal. O conjunto de análises deste trabalho indica a restrição ao uso da CCCC em matrizes cimentícias em função da baixa reatividade com o hidróxido de cálcio (CH e dos altos teores de álcalis, dos metais pesados e do fenol detectados nessa cinza.Ash occupies a prominent place among agro-industrial wastes, as it is derived from energy generation processes. Several types of ash havepozzolanic reactivity, and might be used as replacement material for cement, resulting in less energy waste and lower cost. This work aimed to investigate the physical and chemical properties of the cashew nut shell ash (CNSA, by performing the following measurementtests: chemical analysis, bulk density, specific mass, leaching and solubilization process, Xray diffraction (XrD, specific surface area (BET and pozzolanicity analysis with cement and lime. The results indicate a low reactivity of CNSA and the presence of heavy metals,alkalis and phenol.

  4. Avaliação nutricional da casca de soja integral ou moída, ensilada ou não, para suínos em fase de crescimento = Nutritional evaluation of whole or grinder soybean hull, ensilaged or not, for growing pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlei Rodrigues Bonet de Quadros

    2007-01-01

    Full Text Available Foi conduzido um experimento com 11 suínos híbridos, machos castrados,com peso vivo de 41,42 ± 0,99 kg. Os animais foram alojados individualmente em gaiolas de metabolismo e distribuídos em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com parcelas subdivididas, com quatro tratamentos em esquema fatorial 2 x 2 (moagem x ensilagem. Os alimentos avaliados foram: a casca de soja (CS integral (CSI, CS moída (CSM, silagem de CSI (SCSI e silagem de CSM (SCSM, que substituíram, com base na matéria seca (MS, 25% da ração referência e resultaram em quatro rações teste, sendoadicionado um inoculante enzimático microbiano nas silagens. Houve diferença somente para o CDPB em relação ao processamento da CS (ensilada = 68,08% e não ensilada = 59,44%. Conclui-se que a moagem e/ou ensilagem da CS, não tem efeito sobre a digestibilidade da MS, da MO, da EB, bem como sobre a metabolizabilidade da energia bruta. A ensilagem aumenta a digestibilidade da PB da casca de soja.An experiment was carried out using 11 crossbred pigs, barrows with body weight of 41.42 ± 0.99 kg. Pigs were allotted in metabolism cages, in a complete randomized design, in a split-plot design, with four treatments in a 2 x 2 (grinding x ensilage factorial and two replicates. Soybean hull (SH in the whole form (WSH, ground SH (GSH, WSH silage (WSHS and GSH silage (GSHS, that replaced (based on dry matter 25% of the reference diet, were evaluated resulting in four test diets. Enzymatic microbial inoculants were included in the silages production. Crude protein digestibility coefficient of soybean hull ensilage (68.08% was higher than no silage (59.44%, regardless grinding. Results showed that grinding and/or ensilage do not modify dry matter, organic matter, and gross energy digestibility, as well as energy metabolism. The ensilage processincreases the crude protein digestibility coefficient of soybean hull, regardless grinding.

  5. Determination of the chemical composition and functional properties of shrimp waste protein concentrate and lyophilized flour Determinação da composição química e das propriedades funcionais de concentrado protéico e de farinha liofilizada de resíduos de camarão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivaldo Lacerda Brasileiro

    2012-04-01

    Full Text Available Wastes from the seafood industry can be easily processed into products with new forms of use. The present study was aimed at determining the chemical composition and functional properties of shrimp waste protein concentrate and lyophilized flour. The raw material used in this study consisted of waste (head of Litopenaeus vannamei. The protein concentrate was obtained by ethanolic extraction, being subsequently submitted to drying in oven at 70° C, while the flour was obtained by lyophilization of shrimp wastes. Moisture, ash, protein and calcium contents showed significant difference between fresh shrimp head waste samples (IN and protein concentrate and lyophilized flour samples. The protein content for protein concentrate (PC and lyophilized flour (LF showed significant increase in relation to protein content in the waste (IN, thus showing that the process for obtaining the protein concentrate was efficient.Resíduos provenientes da indústria do pescado podem ser facilmente transformados em produtos com novas formas de aproveitamento. No presente estudo, objetivou-se determinar a composição química e as propriedades funcionais de farinha liofilizada e concentrado proteico provenientes de resíduos de camarão. A matéria-prima empregada neste estudo foi constituída de resíduos (cabeça de camarão Litopenaeus vannamei. O concentrado proteico foi obtido por extração etanólica e, posteriormente, submetido à secagem em estufa a 70° C, enquanto a farinha foi obtida pelo processo de liofilização do resíduo. Os teores de umidade, cinzas, proteínas e cálcio apresentaram diferença significativa entre as amostras de resíduo de cabeça de camarão in natura (IN e as amostras de concentrado proteico e farinha liofilizada. O teor de proteínas para concentrado protéico (CP e para a farinha liofilizada (FL apresentou aumento significativo em relação ao teor proteico do resíduo (IN, mostrando, assim, que o processo de elaboração do

  6. Substituição da farinha de peixe por farelo de soja em dietas práticas para o camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis Fishmeal replacement by soybean meal in practical diets for shrimp Farfantepenaeus paulensis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Paulo Abe

    2008-02-01

    Full Text Available Foi avaliada a substituição da farinha de peixe (FP por farelo de soja (FS em dietas práticas na sobrevivência e crescimento do camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis. Seis dietas isoprotéicas e isoenergéticas, contendo diferentes proporções de FP e FS, foram fornecidas aos camarões durante 28 dias. Os níveis de substituição da FP por FS foram 0 (controle, 12, 24, 36, 48 e 60%. Pós-larvas com peso inicial de 1,22mg (± 0,44 foram distribuídas ao acaso em tanques com 40L de água. A sobrevivência variou entre 70 e 80%, não apresentando diferenças (P>0,05. O peso final variou (PA feeding trial evaluated the replacement of fishmeal by soybean meal in practical diets on the survival and growth of the shrimp Farfantepenaeus paulensis. Six iso-energetic and iso-proteic diets were fed to shrimp for 28 days. Replacement levels of fishmeal were 0 (control, 12, 24, 36, 48 and 60%. Post-larvae with mean initial weight of 1.22mg (±0.44 were stocked at random in 40-L tanks. Survival ranged between 70 and 80% and were not different (P>0.05 between treatments. Feeding the diet with 60% of fishmeal replacement resulted in the highest weight gain (P<0.05, while the control diet (no replacement had the lowest weight gain among all treatments. Similarly, specific growth rate (SGR was also higher for the 60% diet and lower for the control. Mean final weight ranged from 20.84 to 27.37mg, while SGR varied between 9.1 and 10.7% day-1. The replacement of 60% of fishmeal by soybean meal is recommended in practical diets for F. paulensis as it results in higher weight gain and growth rates, with no effect on survival.

  7. Estudo comparativo entre faseolamina comercial e farinha de feijão como perspectiva ao tratamento da obesidade e do diabetes mellitus tipo 2

    OpenAIRE

    Pereira, Luciana Lopes Silva

    2014-01-01

    A utilização de plantas com fins medicinais representa um vasto campo de pesquisa. Novas propostas terapêuticas necessitam de estudos para avaliar o uso apropriado quanto a posologia, indicação, limitações e riscos de utilização. É crescente a busca de novos fitoterápicos como alternativa ao tratamento medicamentoso tradicional da obesidade e do diabetes mellitus tipo 2. Um exemplo disso é o feijão (Phaseolus vulgaris L.), um dos mais importantes componentes da dieta alimentar do brasileiro e...

  8. MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF EGG SHELL POWDER AND OPTIMIZATION OF ITS PREPARATION TECHNIQUE AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DO PÓ DA CASCA DE OVO E OTIMIZAÇÃO DA TÉCNICA DE ELABORAÇÃO DO PRODUTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Margareth Veloso Naves

    2007-09-01

    Full Text Available

    The objective of this research was to analyze the microbiological profile of hen egg shell powder distributed to poor communities as an alternate calcium source, and optimizing powder preparation technique through efficient hygiene and sanitary safety. The sampling was carried out in the distribution units of Pastoral da Criança program of the Catholic Church, in Goiânia municipality, Brazil. Ten egg shell powder samples were collected in the preparation places of product, at different moments during September to December 2001. It was observed that some samples presented considerable levels of aerobic mesophilic, total coliforms (at 35C, and moulds and yeasts, but not contamination with thermotolerant coliforms (at 45C, Staphylococcus aureus, Bacillus cereus, and Salmonella sp. Egg shell powder produced through the standard technique, which included essentially washing egg shells, immersion in chlorinated solution, boiling, drying, and milling process, did not show contamination by microorganisms. It was concluded that the optimized technique assures process efficiency and hygienic and sanitary quality for the product.

    KEY-WORDS: Calcium; food microbiology; food analysis; food contamination.

    A pesquisa teve o objetivo de analisar o perfil microbiológico do pó da casca de ovo de galinha distribuído a comunidades carentes, como fonte alternativa de cálcio, bem como otimizar a técnica de elaboração do produto, visando eficácia e segurança em termos higiênico-sanitários. A amostragem foi realizada em unidades de distribuição do programa Pastoral da Criança, da Igreja Católica, em Goiânia-GO, Brasil. Foram coletadas dez amostras do pó da casca de ovo, nos locais de produção e em diferentes momentos, nos meses de setembro a dezembro de 2001. Os resultados revelaram que

  9. O uso do caranguejo maria-farinha Ocypode quadrata (Fabricius (Crustacea, Ocypodidae como indicador de impactos antropogênicos em praias arenosas da Ilha de Santa Catarina, Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arno Blankensteyn

    2006-09-01

    Full Text Available Os principais impactos antropogênicos em praias arenosas são atividades recreacionais e ocupação desordenada da zona litoral. É necessário um manejo destes ecossistemas, pois representam importantes áreas para a ecologia e economia litorânea, que necessitará de estratégias eficientes para reduzir os impactos. O número de tocas do caranguejo maria-farinha O. quadrata (Fabricius, 1787 indica a presença destes animais na praia. Recentemente foi demonstrado que esta espécie é útil como bioindicadora, podendo representar uma ferramenta para a análise de impactos ambientais. Para testar a hipótese de que os impactos antropogênicos sobre praias arenosas provocam reduções populacionais do caranguejo maria-farinha, a abundância relativa (no.de tocas/m2; N = 60 foi comparada em três praias da Ilha de Santa Catarina, sul do Brasil. Em cada praia foram selecionadas duas condições de impactos antropogênicos: reduzido e forte.Para o levantamento foram escolhidos dois níveis mareais, médio litoral inferior e superior e as amostragens foram feitas no inverno/2002 e verão/2003. Como resultado, em ambas estações do ano, as abundâncias relativas do O. quadrata foram significativamente menores nas praias submetidas a fortes impactos. Considerando as praias, Ingleses apresentou abundâncias relativas do O. quadrata significativamente mais altas, e Barra da Lagoa apresentou as abundâncias relativas menores, tanto no inverno como no verão. Apenas no verão foi registrada a maior abundância relativa do O. quadrata no médio litoral inferior. O estudo mostrou que a Praia de Ingleses no local submetido a forte impacto antropogênico continha a maior abundância relativa, provavelmente devido a atividade noturna da espécie e eventual uso dos restos alimentares deixados na praia. Na praia de Pântano do Sul submetida a fortes impactos do trânsito de veículos foi registrada a ausência da espécie. O presente estudo discute a utilidade

  10. Comparação do valor nutritivo de farinhas de sangue e de farinhas de vísceras para suínos utilizando-se o método da proteína e gordura digestíveis e o método de substituição Comparison of digestible energy of blood meals and poultry by-product meals for pigs using the digestible protein and fat method and the replacement method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Dionísio Henn

    2006-08-01

    Full Text Available Foram realizados dois experimentos com suínos de 49 e 65 kg (experimentos 1 e 2, respectivamente para determinação dos valores de energia digestível (ED de três farinhas de sangue (experimento 1: convencional (FSC, flash dried (FSFD e células vermelhas spray dried (CVSD e de três farinhas de vísceras (experimento 2: FV10,1; FV12,7 e FV16,7% de cinzas por um método alternativo ao método de substituição (MSb. O método consistiu da substituição do amido da dieta basal por níveis crescentes do ingrediente-teste (7 e 14%. Os coeficientes de digestibilidade da proteína (CDPB e da gordura (CDGB foram obtidos por meio de análise de regressão entre a porcentagem de PB (ou GB adicionada à dieta basal e a porcentagem de proteína digestível (ou gordura digestível da dieta. Os ensaios de digestibilidade foram feitos por meio da coleta total de fezes durante cinco dias, após quatro dias de adaptação. Também foi constituído um tratamento com substituição de 25% de FSC ou FV-10,1% à dieta basal para determinação da ED pelo MSb. Os CDPB, ED e EMA foram 30%, 1.432 e 1.246 kcal/kg para FSC; 86,7%, 4.185 e 3.648 kcal/kg para FSFD e 84,6%, 4.041 e 3.512 kcal/kg para CVSD. Houve diferença nas curvas de regressão entre a FSC e as outras fontes. A ED da FSC pelo MSb foi de 988±268 kcal/kg. Para as FV-10,1; FV-12,7 e FV-16,7, os CDPB, CDGB, ED e EMA foram, respectivamente, de 93,0; 87,6; 4.106; 3.719; 96,4; 85,6; 4.390; e 3.987 e 84,3%, 80,5%; 3.925 e 3.580 kcal/kg. Para o CDPB, houve diferença significativa entre as inclinações de regressão da FV-16,7, em comparação às outras fontes. Para os CDGB, não houve diferença significativa entre as inclinações. O valor de ED da FV-10,1, pelo MSb, foi 4.057±164 kcal/kg. É provável que o MSb subestime a ED de ingredientes de pouca palatabilidade, como as farinhas de sangue. O método alternativo apresenta-se como boa opção no cálculo da ED.Two experiments (EXP were carried out

  11. Caracterização nutricional e funcional da farinha de chia (Salvia hispanica) e sua aplicação no desenvolvimento de pães

    OpenAIRE

    Tânia Rachel Baroni Ferreira

    2013-01-01

    Os alimentos funcionais vêm despertando o interesse de governos, indústrias e principalmente dos consumidores, devido à importância que os mesmos representam para a saúde da população. A semente de chia, um alimento pouco conhecido pela população brasileira, apresenta uma composição nutricional rica em macro e micronutrientes essenciais à saúde humana, podendo auxiliar na prevenção de diversas enfermidades relacionadas ao elevado consumo de gordura saturada e baixa ingestão de fibras. Com bas...

  12. Reaproveitamento de resíduos agroindustriais de casca banana para tratamento de efluentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanessa Alves Martins

    2015-04-01

    Full Text Available A casca da banana é um resíduo proveniente da agroindústria. Trata-se de um material biodegradável, com baixo custo e que apresenta afinidade por compostos orgânicos e metais tóxicos. O presente artigo buscou avaliar o potencial adsortivo da casca da banana na remoção de chumbo e cobre em efluentes. Inicialmente foi preparado o adsorvente e  adsorvato, em seguida as amostras foram caracterizadas pelas técnicas FTIR, MEV e TG/DSC. Posteriormente, foram testadas na adsorção do íon chumbo e cobre.  Foram observados os grupos funcionais presentes na casca da banana com destaque para lignina, celulose e hemicelulose. Os melhores resultados de adsorção para o chumbo ocorreram à  50°C com aproximadamente 99,6% de remoção e 70% de remoção para o cobre a 27ºC . Dessa forma podemos notar que a casca da banana é um bom adsorvente natural e tem viabilidade para ser utilizado como material alternativo em procedimentos de adsorção pelo seu baixo custo, facilidade de manuseio e seletividade.

  13. Cultivo de híbridos de pimentão amarelo em fibra da casca de coco Performance of yellow sweet peppers hybrids grown in coconut husk fiber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton César de O Charlo

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a produtividade de cinco híbridos de pimentão amarelo em ambiente protegido, utilizando fibra de casca de coco e fertirrigação. Adotou-se o delineamento em blocos casualizados, com cinco cultivares (Zarco, CLXP 1463, Línea, Matador e Eppo, e quatro repetições, sendo cada parcela constituída por onze plantas. O cultivo de pimentão foi feito em sistema aberto em vasos plásticos de 13 L, transplantando-se uma muda por vaso, as quais foram produzidas em bandejas de poliestireno expandido. Adotou-se o espaçamento de 0,8 m entre fileiras simples, 1,10 m entre fileiras duplas e 0,5 m entre plantas. As plantas foram conduzidas com quatro hastes principais e tutoradas individualmente em forma de "V". A colheita dos frutos foi realizada quando estes atingiam o tamanho ideal e, no mínimo, 70% da coloração amarela. Avaliaram-se o comprimento e o diâmetro médio dos frutos, a relação comprimento/diâmetro, a espessura da polpa, o teor de sólidos solúveis totais, o pH, o número de frutos por planta, a massa total de frutos por planta, o peso médio dos frutos, a produtividade total e comercial, e a classificação dos frutos. O híbrido CLXP 1463 produziu frutos de maior comprimento e diâmetro. Este híbrido apresentou menor número de frutos por planta, porém com maior massa. Para as características espessura da polpa, sólidos solúveis totais e pH não se verificou diferença significativa entre os híbridos. Os híbridos CLXP 1463, Eppo e Matador se mostraram promissores, com produtividades comerciais de 107,61; 102,62 e 95,31 t ha-1, respectivamente. Os híbridos CLXP 1463, Eppo, Línea e Matador apresentaram toda a produção classificada como Extra.The yield of five yellow sweet pepper hybrids was evaluated in protected cultivation, using coconut fiber and fertirrigation. The experiment was arranged in a randomized blocks design, with five cultivars (Zarco, CLX 1463, Línea, Matador and Eppo and four

  14. Avaliação da atividade antioxidante e alelopática do extrato etanólico e frações das cascas do caule de Zanthoxylum rhoifolium Lam., Rutaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelle de Melo Turnes

    2014-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo o estudo das atividades antioxidante e alelopática das cascas do caule de Zanthoxylum rhoifolium Lam., Rutaceae, de modo a conduzir à descoberta de substâncias biologicamente ativas. O material vegetal foi submetido à extração etanólica e este extrato foi fracionado obtendo as frações (hexano, clorofórmio, acetato de etila e hidroalcoólica. Para a avaliação da atividade antioxidante, empregaramse os métodos de redução do complexo fosfomolibdênio, de redução do radical DPPH e das substâncias reativas ao acido tiobarbitúrico (TBARS. Quanto à alelopatia, as amostras foram testadas em quatro concentrações sobre a germinação e o desenvolvimento de radícula e hipocótilo das sementes de Lactuca sativa. As amostras evidenciaram atividade antioxidante significativa frente ao método de redução do complexo fosfomolibdênio quando comparada à rutina, e do TBARS quando comparado ao BHT, assim como a atividade alelopática, uma vez que estimularam tanto a germinação como o crescimento das sementes. A fração clorofórmica e acetato de etila demonstraram melhor potencial antioxidante com 204,17% e 127,11% em relação à rutina no método de formação do complexo fosfomolibdênio, e o extrato bruto e a fração hexano com 64,2% e 60,9%, em relação ao BHT, no método TBARS. No ensaio alelopático, destaca-se a fração clorofórmica, pois foi a única amostra que estimulou o crescimento do hipocótilo e radícula na maioria das concentrações, variando de 41 a 144%, e a fração acetato de etila que apresentou a maior porcentagem de estímulo nesse bioensaio, demonstrando estímulo de 274% do crescimento do hipocótilo. Este é o primeiro trabalho que demonstra a atividade antioxidante e alelopática de Z. rhoifolium.

  15. Chemical composition of canned heart of Cordyline spectabilis and the flour obtained from post-processing residue Caracterização da composição química de conserva de palmito de Cordyline spectabilis e da farinha obtida do resíduo após processamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Vieira Helm

    2011-09-01

    Full Text Available

    The need for new products requires the use of local raw material, which is either processed rudimentarily, such as the heart of Cordyline spectabilis Kunth & Bouché, or sometimes not processed at all. The aim of this work was to store the heart of Cordyline spectabilis from the municipality of Campo Largo, state of Parana, Brazil, as canned food and evaluate the nutritional value. The residue obtained from this process was used to make flour. The nutritional composition of both products was determinade. Their chemical compositions, pH levels and acidity were also checked for quality and conservation. The canned uvarana heart featured high protein levels (4.68 g 100 g-1 and the flour presented high levels of fibre (69.11 g 100g-1. Both products presented low calorie levels (58.39 and 59.72 kcal 100 g-1, respectively, which suggests an interesting source of vitamin for food industry.

    doi: 10.4336/2011.pfb.31.67.265

    A necessidade de novos produtos estimula a utilização de matérias-primas regionais que não  são processadas ou que quando o são, é realizado de maneira bastante artesanal, como é o caso da uvarana. O objetivo deste trabalho foi elaborar uma conserva de palmito de uvarana (Cordyline spectabilis Kunth & Bouché procedentes do Município de Campo Largo, PR, e com o resíduo obtido do processamento da conserva elaborar uma farinha e determinar a composição nutricional dos dois produtos. Avaliaram-se a composição química dos produtos obtidos e o valor de pH e acidez das conservas, para avaliar o estado de conservação do produto. A conserva apresentou um alto teor proteico (4,68 g 100 g-1 e a farinha um alto teor de fibra alimentar (69,11 g 100 g-1 e ambos os produtos apresentaram um baixo valor calórico (58,39 e 59,72 kcal 100 g-1, respectivamente, o que sugere uma interessante fonte de suplemento alimentar para

  16. Processamento da casca de mandioca na alimentação de ovinos: desempenho, características de carcaça, morfologia ruminal e eficiência econômica Processing of cassava peel in sheep feeding: performance, carcass characteristics, ruminal morphology and economic efficiency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Peter Bitencourt Faria

    2011-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de diferentes formas de processamento da casca de mandioca na alimentação sobre o desempenho e as características de carcaça, a morfologia ruminal e a viabilidade técnico-econômica da criação de ovinos. Foram utilizados 20 ovinos machos da raça Santa Inês, desmamados, com peso inicial de 19,02±0,21 kg e 90 dias de vida. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco repetições por dieta. Durante o período experimental de 84 dias, incluindo 14 dias de adaptação, os animais foram mantidos em sistema de semiconfinamento em pastagem de Brachiaria decumbens. Foram avaliadas quatro formas de processamento da casca de mandioca: desidratada triturada em peneira de 12 ou de 5 mm; úmida triturada e ensilada; e úmida triturada e hidrolisada com 0,5% de cal virgem (óxido de cálcio - CaO. O peso médio ao abate foi 30,72±1,46 kg. Não houve influência do tipo de processamento da casca sobre as características de desempenho analisadas, as características quantitativas de carcaça e a morfologia ruminal, sendo influenciado somente o rendimento de paleta. A casca de mandioca hidrolisada foi a que promoveu melhor eficiência econômica. Os tipos de processamento da casca de mandioca não alteram o desempenho, as características de carcaça, os rendimentos de corte e a morfologia ruminal dos ovinos Santa Inês.The objective of this trial was to evaluate the effect of different forms of processing of cassava peel in sheep feeding on performance traits, carcass, morphology and rumen and economic technical feasibility. Twenty non-castrated male Santa Ines lambs of 19.02±0.21 kg of initial body weight and 90 days of age at the beginning of the study were used in this trial. The design was completely randomized design with five replications per treatment. During the experimental period of 84 days, including 14 days of adaptation, animals were kept in semi-confinement on Brachiaria decumbens. Four forms

  17. Isotermas de dessorção da casca do maracujá (Passiflora edulis Sims: determinação experimental e avaliação de modelos matemáticos Desorption isotherms of passion fruit peel (Passiflora edulis Sims: experimental determination and mathematical model evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinévea Medeiros de Oliveira

    2006-10-01

    Full Text Available A produção de proteínas microbianas sobre a casca de maracujá visando à produção de suplemento protéico para animais é uma alternativa encontrada para o grande desperdício desse resíduo agroindustrial. Através das isotermas de dessorção da casca do maracujá, foi verificado que as condições de umidade inicial para o crescimento de microrganismos neste resíduo por meio da fermentação semi-sólida deverá ser acima de 55% (base úmida e a faixa de umidade ideal para o armazenamento do resíduo em torno de 5,3% (base úmida.The microbial protein production on passion fruit peel shell as an animal protein supplement production is an alternative found out to avoid the large wastage of agri-industrial residues. Through the desorption isotherms of passion fruit peel, it is verified that for the microorganism growth by solid-state fermentation on this residue, the initial moisture content condition should be above 55% (wet basis. The ideal moisture content range for residue storage is around 5.3% (wet basis.

  18. Avaliação da atividade antioxidante e antimicrobiana do extrato etanólico bruto e frações orgânicas obtidas a partir da casca do caule da espécie Guettarda uruguensis Cham, & Scthdl, (Rubiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Flávia Schvabe Duarte

    2014-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial antioxidante e antimicrobiano do extrato bruto e frações obtidas das cascas do caule da espécie Guettarda uruguensis, Os ensaios antioxidantes indicaram alto potencial antioxidante, No ensaio de redução de fosfomolibdênio, a fração acetato de etila apresentou atividade antioxidante de 41,67% em relação ao padrão de ácido ascórbico e superou em 35,21% a atividade do padrão rutina, No ensaio de redução do DPPH (2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl, a fração acetato de etila apresentou um IC50 de 10,91 µg mL-1, valor próximo ao do ácido ascórbico (IC50 = 4,78 µg mL-1 e da rutina (IC50 = 6,62 µg mL-1, Pelo ensaio de TBA (acido tiobabitúrico o extrato bruto (IA = 71,48% e a fração hexano (IA = 47,85% apresentaram índices superiores ao controle de BHT (butil hidroxi tolueno (IA = 42,66, Através do ensaio de microdiluição em placas, foi observado que o extrato bruto e frações apresentaram atividade antimicrobiana, O estudo fitoquímico qualitativo revelou a presença de alcaloides, cumarinas, esteroides e/ou triterpenos, heterosídeos saponínicos, taninos e aminogrupos.

  19. Composição química, digestibilidade e predição dos valores energéticos da farinha de carne e ossos para suínos = Chemical composition, digestibility and prediction of the energy values of meat and bone meal for swine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Pozza

    2008-01-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi determinar a composição química e energética de seis diferentes farinhas de carne e ossos, bem como desenvolver equações de predição da energia digestível e metabolizável, com base na composição química dos alimentos. Foramutilizados 28 suínos, mestiços, machos castrados, com peso médio inicial de 25,90 ± 1,95 kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com sete tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Os tratamentos consistiram deuma ração-referência e seis diferentes farinhas de carne e ossos, que substituíram em 20% a ração-referência. Os valores de energia digestível e metabolizável variaram de 1.717 a 2.908 kcal kg-1 e de 1.519 a 2.608 kcal kg-1, respectivamente. As equações de predição da energia digestível e metabolizável que apresentaram maiores R2 para a farinha de carne e ossos foram: ED = 1.196,11 + 44,18 PB – 121,55 P e EM = 2.103,35 + 22,56 PB – 164,02 P.The objective of this study was to determine the chemical and energetic composition of six different meat and bone meals, and todevelop prediction equations of digestible and metabolizable energy based on the chemical composition of the feeds. In order to determine the digestible and metabolizable energy values, 28 crossbreed swine were used – castrated males, averaging 25.90 ± 1.95 kg initialweight, allotted in a randomized block design with seven treatments, four replicates and one animal per experimental unit. The treatments consisted of a basal diet and six meat and bone meals, which replaced by 20% the basal diet. The digestible and metabolizable energyvalues varied from 1717 to 2908 kcal kg-1 and from 1519 to 2608 kcal kg-1, respectively. The prediction equation of digestible and metabolizable energy that presented the highest R2 for meat and bone meal were: DE = 1196.11 + 44.18 CP – 121.55 P and ME = 2103.35 +22.56 CP – 164.02 P.

  20. Avaliação do efeito fisiológico da farinha de semente de abóbora (Cucurbita maxima, L. no trato intestinal de ratos Evaluation of the pumpkin (Cucurbita maxima, L. seed flour effects on the intestinal tract of rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matilde Pumar

    2008-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito fisiológico da Farinha de Semente de Abóbora (FSA no trato intestinal de ratos Wistar machos recém desmamados, submetidos a dietas experimentais contendo Farinhas de Semente de Abóbora (FSAs integral, peneirada e residual, por 10 dias. As dietas experimentais foram obtidas substituindo-se 30% do valor total de amido e dextrina, da ração controle, pela FSA correspondente. As farinhas e rações controle e experimentais foram caracterizadas quimicamente. Os animais divididos em grupos foram avaliados quanto ao crescimento, consumo, material fecal e pH cecal. As FSAs e rações experimentais apresentaram relevantes teores de fibras alimentares, proteínas e lipídios. Dietas contendo FSAs integral, peneirada e residual levaram a um ganho ponderal e ingestão similar entre todos os grupos. Em relação ao grupo controle, os animais experimentais submetidos a dietas contendo FSAs apresentaram maior volume e peso fecais (p This study has the aim to evaluate the physiological effects of the Pumpkin Seed Flour (PSF on the intestinal tract of newly weaned male Wistar rats fed on diets containing whole Sifted and Residual - PSF for ten days. The experimental diets were prepared substituting 30% of the total content of starch and dextrin of the control diet for the corresponding PSF. The control and the experimental diets were chemically characterized. The animals were divided into four groups in order to evaluate growth, ingestion, feces, and cecal pH. The PSFs and the experimental diets presented high contents of alimentary fibers, proteins, and lipids. Similar ingestions of diets containing whole Sifted and Residual - PSF resulted in body weight gain. Rats on diets containing PSFs showed higher feces volume and weight (p > 0.05 in addition to an expressive insoluble fiber excretion, especially in the Residual - PSF group. Only the Residual PSF presented a significant reduction (p < 0.05 in the

  1. Bioactivity of Indonesian mahogany, Toona sureni (Blume (Meliaceae, against the red flour beetle, Tribolium castaneum (Coleoptera, Tenebrionidae Bioatividade do mogno da Indonésia, Toona sureni (Blume (Meliaceae, contra o besouro-das-farinhas, Tribolium castaneum (Coleoptera, Tenebrionidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sahana Parvin

    2012-09-01

    Full Text Available Bioactivity of Indonesian mahogany, Toona sureni (Blume (Meliaceae, against the red flour beetle, Tribolium castaneum (Coleoptera, Tenebrionidae. The insecticidal activity of Toona sureni (Blume Merr. was evaluated considering repellency, mortality and progeny production of F1 adults of Tribolium castaneum (Herbst, 1797 (Coleoptera, Tenebrionidae. Dried extract of seeds of T. sureni was dissolved in acetone to prepare solution of various concentrations (0.5, 1.0, 2.5 and 5.0%. To test for repellency, the insects were exposed to treated filter paper. Mortality of larvae, pupae and adults was evaluated by the treatment of spraying the insects with different concentrations of T. sureni extract. Residual effect of the extract was also evaluated considering the production of progeny of F1 adults. The highest repellency (93.30% of T. castaneum occurred at the highest concentration (5.0% suspension of T. sureni; while the lowest (0.0% repellency occurred at 0.5% suspension after 1 day of treatment. The highest mortality against adults (86.71%, larvae (88.32% and pupae (85% occurred at 5% suspension at 8 days after application. There was a negative correlation between the concentrations of T. sureni and the production of F1 adult's progeny of T. castaneum. The highest number of progeny (147 of T. castaneum occurred in the control at 7 days after treatment; and the lowest number of progeny (43 occurred at 5.0% concentration in 1 day after treatment. The results show that T. sureni is toxic to T. castaneum and has the potential to control all stages of this insect in stored wheat.Bioatividade do mogno da Indonésia, Toona sureni (Blume (Meliaceae, contra o besouro-das-farinhas, Tribolium castaneum (Coleoptera, Tenebrionidae. A atividade inseticida de Toona sureni (Blume Merr. foi avaliada considerando repelência, mortalidade e a produção de progênie de adultos F1 de Tribolium castaneum (Herbst, 1797 (Coleoptera, Tenebrionidae. Extrato seco de sementes

  2. Desenvolvimento, caracterização e aplicação tecnológica de farinhas elaboradas com resíduos da produção de suco de uva

    OpenAIRE

    Natividade, Mariana Mirelle Pereira

    2014-01-01

    Nas últimas décadas, diversos estudos têm demonstrado os efeitos positivos para a saúde do consumo de alimentos ricos em compostos fenólicos para a saúde. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo avaliar as características físico-químicas e funcionais de três diferentes sucos de uva integral: Isabel Precoce, Bordô e Blend. Ainda, pretendeu-se elaborar e caracterizar farinhas de uva produzidas com seus resíduos. Para tanto, empregou-se dois métodos de desidratação: secagem em estuf...

  3. Avaliação zootécnica e qualidade da carcaça de frangos de corte alimentados com rações contendo farinha de peixe ou aveia branca Performance and carcass quality of broilers fed with diets containing fish meal or white oat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiana Novello

    2007-10-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou analisar o desempenho zootécnico e a composição química da carne dos frangos (peito e coxa/sobrecoxa alimentados com diferentes rações, contendo farinha de peixe ou aveia branca. Foram testados 5 tratamentos, com 5 repetições, com 10 aves por unidade experimental, totalizando 250 animais criados, de 1 a 40 dias de idade. Os frangos foram alojados em gaiolas, recebendo rações contendo 4,5 e 9% de farinha de peixe, ou 10 e 20% de aveia branca, e ração controle. As análises químicas de umidade, cinzas, proteína bruta e extrato etéreo foram feitas em um animal de cada repetição. Não foram observadas diferenças (P>0,05 para o consumo de ração, o ganho de peso diário e a conversão alimentar. Não houve diferença (P>0,05 na composição química da carne do peito de frango. No corte coxa/sobrecoxa analisado, o tratamento com inclusão de 9% de farinha de peixe proporcionou aumento significativo de lipídios em relação à ração controle e àquela com inclusão de 20% de aveia branca. Conclui-se, portanto, que é possível utilizar os 4 tipos de rações teste sem interferir no desempenho das aves, sendo que a inclusão de 9% de farinha de peixe e de 10% de aveia aumentaram os lipídios na carne da coxa/sobrecoxa dos frangos.The present research was aimed at analyzing the performance and the chemical composition of the chicken meat (chest and thigh/on-thigh fed with different rations containing fish meal or white oat. Five treatments with 5 repetitions with 10 birds for each experimental unit had been tested, totalizing 250 animals created, from 1 to 40 days old. The chickens had been lodged in cages receiving rations contend 4.5% and 9% of fish meal, or, 10% and 20% of white oat, and the control diet. The chemical analyses of humidity, ashes, rude protein and ether extract were done in an animal for each repetition. It was not observed difference (P>0.05 for the ration consumption, gain of daily

  4. Características físicas e físico-química da casca de mangostão em três períodos da safra Physicaland physiochemical characteristics of mangosteen peel in three harvest periods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan Campos Chisté

    2009-06-01

    Full Text Available Avaliaram-se as características físicas do fruto e físico-químicas da casca do mangostão colhido em diferentes períodos da safra (início, meio e fim. As características físicas dos frutos variam significativamente (pIn this work, it was evaluated the physical characteristics of fruit and physiochemical of the mangosteen peel, harvested in different periods (beginning, middle and end. The physical characteristics of fruits range significantly (p<0.05 from the beginning to the end, and it was observed that the fruits average weight, ranged from 91.33 to 50.82 g and the peel consists of an average from 72.12 to 76.86% of the total fruit weight. The physiochemical characterization shows that the peel possesses high moisture content (64.5 to 66%, total fibers (24.9 to 29.1%, high water activity (0.96 - 0.98, low energy value (24.8 to 34.7 Kcal/ 100g and expressive content of total anthocyanins (25.9 to 63.9 mg/100g, mainly in the intermediate harvest period.

  5. RUMINAL DEGRADATION KINETIC PARAMETERS OF COFFEE HULLS (Coffea arabica, L. TREATED WITH SODIUM HYDROXIDE (NAOH PARÂMETROS CINÉTICOS DA DEGRADAÇÃO RUMINAL DA CASCA DE CAFÉ (Coffea arabica, L. TRATADA COM HIDRÓXIDO DE SÓDIO (NAOH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Fernandes de Sousa

    2008-04-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate dry matter ruminal degradation kinetics of coffee hulls treated with increasing sodium hydroxide quantities. Two rumen fistulated cows were used to incubate samples in nylon bags for 12. 24, 36. 48 and 72 hours. Four ruminal incubation periods were used, in a complete randomized block design. Coffee hulls were treated with 0%, 3%, 6% and 9% of sodium hydroxide (dry matter basis, corresponding to treatments T1 to t4 respectively. Experimental results were compared using Tukey test, at 5% probability level, as follows for treatments 1 to 4 respectively: soluble fraction (9.35d; 17.65c; 31.93b; 32.28a, de (34.40d; 40.50c; 43.28b; 50.35a, potential degradability (44.33d; 50.33c; 52.35b; 57.70a and lag time in hours (4.03a; 3.93a; 4.33a; 2.55a. The results indicate that increasing the levels of NaOH in the coffee hulls treatments increased significantly their ruminal solubility, as well as their effective and potential degradabilities. However that increase had no effect upon coffee hulls lag time in the rumen.KEY WORDS: by-product feedstuffs, rumen degradability, ruminant.

    O objetivo deste trabalho foi o de determinar a cinética de degradação ruminal da matéria seca da casca de café, tratada com diferentes quantidades de hidróxido de sódio. Utilizaram-se duas vacas fistuladas no rúmen, incubando-se as amostras em sacolas de náilon por 12, 24, 36, 48 e 72 horas, por quatro rodadas seqüenciais, sendo que cada uma destas representou um bloco, dentro de um delineamento de blocos inteiramente casualizados. Tratou-se a casca de café com 0%, 3%, 6% e 9 % de hidróxido de sódio (base seca constituindo assim os tratamentos t1

  6. Composição química e digestibilidade aparente da energia e nutrientes da farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias, para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus Apparent energy digestibility and meal nutrients from tilapia filleting industrial waste for the Nile tilapia (Oreochromis niloticus L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Rogério Boscolo

    2008-12-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado com objetivo de determinar os coeficientes de digestibilidade aparente (CD da matéria seca (MS, proteína bruta (PB, energia bruta (EB e a disponibilidade dos aminoácidos (AA, fósforo (P e cálcio (Ca da farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias (FT para a tilápia do Nilo. Foram utilizadas 60 tilápias com peso e comprimento médio de 80,69±15,97g e 15,97±1,87cm, respectivamente. Os animais foram submetidos à metodologia de coleta de fezes por sedimentação em tanques afunilados. A MS, PB e EB da FT apresentaram CD de 83,55, 88,13 e 84,74%, respectivamente. Apresentando valores de proteína e energia digestíveis de 44,39% e 3799,02Kcal de ED kg-1. A FT apresenta CDa médio dos AA de 91,60% com CDas variando de 67,90% para a Fen até 100% para a Arg e a Cis. O CD do P foi de 70,44% apresentando 1,94% de P disponível, o CDa do Ca da FT é de 51,10% apresentando 4,02% de Ca disponível. A FT é um alimento protéico com bons índices de disponibilidade aparente de seus nutrientes e pode ser utilizado na alimentação de tilápias com a aplicação destes índices visando formular rações de custo mínimo que atendam às exigências da espécie.Coefficients of apparent digestibility (CD of dry matter (DM, crude protein (CP, crude energy (CE and the availability of amino-acids (AA, phosphorus (P and calcium (Ca of meals from tilapia filleting industrial waste (FT for the Nile tilapia were determined. Sixty tilapias, mean weight and length 80.69±15.97g and 15.97±1.87cm respectively, underwent feces collection by sedimentation in cone-bottom tanks. DM, CP and BE of FT had a CD of 83.55; 88.13 and 84.74% respectively, with digestible protein and energy rates equivalent to 44.39% and 3799.02 Kcal of ED kg-1. FT had average CD of AA of 91.60%, with CD varying from 67.90% for Fen up to 100% for Arg and Cis. Whereas CD of P was 70.44% with 1.94% of available P, CD of Ca of FT amounts to 51.10% with 4

  7. Avaliação química e sensorial da farinha de resíduo de tilápias na forma de sopa Chemical and sensorial evaluation of fish meal in soup

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Braidotti Stevanato

    2007-09-01

    Full Text Available As cabeças de tilápias são resíduos do processamento de peixes comumente descartados e não aproveitadas como alimento. Desta forma realizou-se um estudo sobre a composição química e de ácidos graxos na farinha obtida a partir de cabeças de tilápias. Ainda foram realizadas avaliações sensorial (caldo e sopa e química e de ácidos graxos na sopa elaborada com a farinha. Os objetivos foram avaliar a composição e aceitação dos produtos elaborados com farinha, visando o aproveitamento na alimentação humana, especialmente para a merenda escolar. Os resultados obtidos foram de elevados teores de proteína (38,4%, cinzas (19,4% e lipídios (35,5% na farinha. A sopa apresentou elevada aceitação pelas crianças do ensino fundamental e a composição de ácidos graxos do conteúdo lipídico indicou a presença de diversos ácidos ômega-3, especialmente os ácidos alfa-linolênico (LNA, eicosapentaenóico (EPA, docosahexaenócio (DHA e excelente razão AGPI/AGS. Todos estes parâmetros evidenciam que a inclusão de cabeça de tilápia na forma de farinha é aceitável como alimento e constitui uma fonte nutritiva e benéfica para a saúde humana.Fish heads are normally discarded during fish processing and are not used as food. This study therefore investigated the chemical and fatty acids composition of fish meal produced from tilapia heads. An evaluation was made of the sensorial, chemical and fatty acids characteristics of broth and soup containing this fish meal. The purpose of the study was to analyze the composition and acceptance of products containing fish meal, aiming at its use in human food, especially in school meals. The results indicated that the fish meal contained contents of protein (38.4%, ashes (19.4% and lipids (35.5%. The soup containing fish meal was well accepted by elementary schoolchildren. Moreover, the fatty acids composition of the lipid content indicated the presence of several omega-3 acids, especially

  8. Rice husk derived waste materials as partial cement replacement in lightweight concrete Utilização de resíduos derivados da casca de arroz como substitutos parciais do cimento no concreto leve

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Yoji Kawabata

    2012-10-01

    Full Text Available In this study rice husk ash (RHA and broiler bed ash from rice husk (BBA, two agricultural waste materials, have been assessed for use as partial cement replacement materials for application in lightweight concrete. Physical and chemical characteristics of RHA and BBA were first analyzed. Three similar types of lightweight concrete were produced, a control type in which the binder was just CEMI cement (CTL and two other types with 10% cement replacement with, respectively, RHA and BBA. All types of similar lightweight concrete were prepared to present the same workability by adjusting the amount of superplasticizer. Properties of concrete investigated were compressive and flexural strength at different ages, absorption by capillarity, resistivity and resistance to chloride ion penetration (CTH method and accelerated carbonation. Test results obtained for 10% cement replacement level in lightweight concrete indicate that although the addition of BBA conducted to lower performance in terms of the degradation indicative tests, RHA led to the enhancement of mechanical properties, especially early strength and also fast ageing related results, further contributing to sustainable construction with energy saver lightweight concrete.Neste trabalho, cinzas de casca de arroz (RHA e cinzas de cama de frango (BBA, dois resíduos agrícolas, foram avaliadas para uso como substitutos parciais do cimento para produção de concreto leve. Características físicas e químicas de RHA e BBA foram analisadas. Três tipos semelhantes de concreto leve foram produzidos, um controle em que o ligante era totalmente cimento CEM I (CTL e dois outros tipos de concreto, com substituição de 10% com RHA e BBA, respectivamente. Todos os tipos de concreto leve foram feitos através do ajuste da quantidade de superplastificante para apresentarem a mesma trabalhabilidade. Propriedades de concreto investigados foram resistência à compressão e à flexão em diferentes idades

  9. Digestibilidade do amido in vitro e valor calórico dos grupos de farinhas de mandioca brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Hugo dos Santos BRITO

    2015-09-01

    Full Text Available Resumo A preferência cultural do brasileiro originou grupos e subclassificações da farinha de mandioca em função dos processos adotados. Diferenças de processamento das farinhas de mandioca podem afetar a digestibilidade do amido, assim seu teor calórico foi investigado. Foram selecionadas cinco amostras dos três grupos de farinha de mandioca: Seca, Bijusada e D’água. O teste de digestibilidade do amido foi realizado in vitro, incubando a suspensão de farinha com amilase (alfa-1,4-glucano-4-glucanohidrolase em condições de temperatura e pH que simulam a digestão humana. Alíquotas foram coletadas a cada 15 minutos, durante 1 hora e o teor de glicose liberado foi expresso em calorias rapidamente disponíveis. Os resultados mostraram que o valor calórico de todas as amostras de farinha de mandioca permaneceu ao redor de 300 kcal. 100 g–1. Considerando a cinética de liberação em função do tempo e do grupo, as amostras de farinha de mandioca diferiram. As farinhas de mandioca com menor granulometria, Biju Fina e Furnas (Grupo Bijusada e Seca, apresentaram rápida liberação de açúcares aos 15 minutos, variando de 110 a 215 kcal. 100 g–1, respectivamente. A farinha de mandioca Fina (Grupo Seca teve liberação uniforme de glicose durante a avaliação. O açúcar liberado pelas farinhas de mandioca com maior granulometria, Biju Grossa e D’água (Grupo Bijusada e D’água, apresentaram dois picos de liberação: o primeiro aos 15 minutos de incubação (liberando 84,2 e 120,48 kcal. 100 g–1, respectivamente; enquanto o segundo pico para a amostra Biju Grossa ocorreu aos 45 minutos (112 kcal. 100 g–1, para a farinha D’água foi após 60 minutos (67,88 kcal. 100 g–1. Pela avaliação microscópica foi observada a presença de grânulos de amido residuais não hidrolisados, variando de 2,42 a 17,85%. Os resultados mostraram que o valor calórico das farinhas de mandioca variou em função do processamento, que

  10. Desempenho, composição física e características da carcaça de novilhos alimentados com diferentes níveis de casca de algodão, em confinamento Effects of feeding different levels of cottonseed hulls on production and carcass physical composition and traits of feedlot steers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Alves Magalhães

    2005-12-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito de níveis de casca de algodão sobre o consumo e a digestibilidade aparente total dos nutrientes, a composição física e as características de carcaça e o rendimento dos cortes comerciais de novilhos confinados. Foram utilizados 18 novilhos mestiços, com peso vivo (PV médio inicial de 230 kg. Dois animais foram abatidos no início do experimento para servirem de referência para estudos posteriores e os demais (16 foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em quatro tratamentos: 0, 10, 20 e 30% de casca de algodão com base na MS total, em substituição à silagem de capim-elefante, sendo a relação volumoso:concentrado de 60:40. A inclusão de casca de algodão em níveis crescentes na dieta aumentou linearmente os consumos de extrato etéreo (EE, matéria seca (MS e fibra em detergente neutro (FDN, expressos em relação ao PV. Não houve efeito dos níveis de casca de algodão sobre a composição física e as características da carcaça e o rendimento dos cortes comerciais, com exceção da EGS, que aumentou linearmente. O nível máximo de casca de algodão utilizado no experimento (30% na MS total proporcionou desempenho adequado a novilhos mestiços de origem leiteira em confinamento.This trial was conducted to evaluate the effects of feeding different levels of cottonseed hulls on nutrient intake, apparent total tract digestibility, carcass physical composition and traits, and percentage of commercial cuts of confined steers. Eighteen crossbred steers averaging 230 kg of initial body weight (BW were used. Two animals were slaughtered at the beginning of the trial, performing the reference group while the remaining were uniformly assigned to a complete randomized design in one of four treatments (% of total dry matter: 0, 10, 20 or 30% of cottonseed hulls that replaced elephant grass silage. The forage:concentrate ratio was 60:40. Inclusion of

  11. Extrato de casca de café, óleo essencial de tomilho e acibenzolar-S-metil no manejo da cercosporiose-do-cafeeiro Coffee berry husk extract, thyme essential oil and acibenzolar-S-methyl in the control of brown eye spot of coffee tree

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Borges Pereira

    2008-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de concentrações de extrato de casca de café, óleo essencial de tomilho e acibenzolar-S-metil na germinação, no crescimento micelial e no desenvolvimento in vivo de Cercospora coffeicola, além de caracterizar a eficiência deles como indutores de resistência, e determinar a atividade da enzima peroxidase e o acúmulo de lignina nos tecidos de cafeeiro. O extrato de casca de café não afetou a germinação, entretanto, inibiu o crescimento micelial proporcionalmente ao aumento das concentrações. O óleo essencial de tomilho inibiu a germinação e o crescimento micelial com o aumento das concentrações. O extrato de casca de café e o acibenzolar-S-metil não afetaram a germinação nem o desenvolvimento dos tubos germinativos, diferentemente do óleo essencial de tomilho. Mudas tratadas com acibenzolar-S-metil, extrato de casca de café e óleo essencial de tomilho, apresentaram picos de atividade da peroxidase aos 2 e 11, 7 e 11 e, 2 e 9 dias após a aplicação dos tratamentos, respectivamente. Os tratamentos não diferiram quanto à concentração de lignina. Extrato de casca de café e acibenzolar-S-metil induziram resistência em mudas de cafeeiro contra C. coffeicola e o óleo essencial de tomilho apresentou efeito tóxico ao patógeno.The objective of this work was to assess the effect of the coffee berry husk extract, thyme essential oil and acibenzolar-S-methyl on the germination and micelial growth and on in vivo development of Cercospora coffeicola, and to characterize their efficiency as resistance inducers in coffee plants, and to determine the peroxidase activity and lignin accumulation in tissues of coffee tree. The coffee berry husk extract presented no toxic effect on germination; however, it inhibited the mycelial growth proportionally to the increase of the concentrations. The thyme essential oil inhibited the germination and the mycelial growth with the increase of

  12. Efeito de diferentes níveis de sódio e fósforo sobre o desempenho e a qualidade da casca dos ovos de poedeiras comerciais Effect of different levels of sodium and phosphorus on performance and eggshell quality of laying hens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas Emygdio de Faria

    2000-04-01

    Full Text Available Conduziu-se um experimento com o objetivo de verificar o efeito de diferentes níveis de sódio e fósforo (P sobre o desempenho e a qualidade da casca dos ovos e de determinados constituintes sangüíneos, em 144 galinhas Hy-Line W36, com 60 semanas de idade, distribuídas em 36 unidades experimentais com quatro aves cada. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial (3 x 3, níveis de sódio (0,16; 0,20; e 0,24% e níveis de fósforo total (0,35; 0,45; e 0,55%, totalizando nove tratamentos, dois blocos com duas repetições em cada bloco. As rações experimentais foram isoprotéicas (16,0% de PB, isocalóricas (2800 kcal de EM/kg e isocálcicas (4,0% de Ca. Consumo de ração, produção e massa de ovos, conversão alimentar, porcentagem e espessura da casca e densidade aparente dos ovos não foram alteradas pelos níveis de sódio. Entretanto, quando as galinhas foram alimentadas com dietas contendo 0,35% de P total, verificou-se comprometimento da produção e massa de ovos e conversão alimentar, sem alteração das características de qualidade da casca. Houve interação entre os fatores para o peso dos ovos. Baixos níveis de P total não foram efetivos em melhorar a qualidade da casca dos ovos, mas prejudicaram o desempenho das galinhas.An experiment was carried out to verify the effect of different levels of sodium and phosphorus (P on the performance, eggshell quality and on some blood constituents of 144 laying hens Hy-Line W36, aged 60 weeks, allotted to 36 experimental units with four hens each. A randomized experimental block design was used in a factorial arrangement (3 x 3, sodium levels (.16, .20 and .24% and phosphorus levels (.35, .45 and .55%, totalizing nine treatments, two blocks with two replicates each. The experimental diets were isoproteic (16.0% CP, isoenergetic (2,800 kcal ME/kg and isocalcium (4.0% Ca. Feed intake, egg production, egg mass, feed:gain ratio, shell percentage, shell thickness

  13. Estudo fitoquímico e avaliação das atividades moluscicida e larvicida dos extratos da casca do caule e folha de Eugenia malaccensis L. (Myrtaceae)

    OpenAIRE

    Oliveira, Anderson Marques de; Humberto, Margarida Maria dos Santos; Silva, José Marcos da; Rocha, Rosário de Fátima de Almeida; Sant'Ana, Antônio Euzébio Goulart

    2006-01-01

    Eugenia malaccensis L. (Syzygium malaccensis Merr.& Perry), denominada comumente de jambo vermelho, é uma espécie arbórea de ocorrência comum no Brasil e faz parte das plantas medicinais do Estado de Alagoas. Estudos químicos anteriores com E. malaccensis foram realizados com plantas coletadas na Ásia, Oceania e na América Central. Este trabalho descreve o estudo químico do extrato etanólico das folhas e cascas de um espécimem coletado no Estado de Alagoas, Brasil. Considerando-se a escassa l...

  14. Desempenho, composição física e características da carcaça de novilhos alimentados com diferentes níveis de casca de algodão, em confinamento

    OpenAIRE

    Magalhães,Karla Alves; Valadares Filho,Sebastião de Campos; Paulino,Mário Fonseca; Valadares,Rilene Ferreira Diniz; Paulino,Pedro Veiga Rodrigues; Chizzotti,Mário Luiz; Porto,Marlos Oliveira; Marcondes,Marcos Inácio; Andreatta,Kamila

    2005-01-01

    Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito de níveis de casca de algodão sobre o consumo e a digestibilidade aparente total dos nutrientes, a composição física e as características de carcaça e o rendimento dos cortes comerciais de novilhos confinados. Foram utilizados 18 novilhos mestiços, com peso vivo (PV) médio inicial de 230 kg. Dois animais foram abatidos no início do experimento para servirem de referência para estudos posteriores e os demais (16) foram distribuídos...

  15. Determination of intestinal digestibility of feeds by three-steps technique / Determinação da digestibilidade intestinal de alimentos pela técnica de três estágios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Guimarães Pimentel

    2008-08-01

    Full Text Available The objective of this work was to estimate the intestinal digestibility of rumen-undegradable protein (RUDP of feeds by a three-steps procedure. The evaluated feeds were the soybean meal, wheat meal, soybean peel, meat flour and fish flour. Firstly, the feeds were incubated in rumen during 16 hours to determine the rumen-undegradable protein. The residue was submitted to the digestion with pepsin solution during 1 hour, and pancreatic solution during 24 hours at 38ºC. Soon after, those residues were analyzed for total nitrogen (TN. The estimate of RUDP ranged of 22.07% to 91.30% and the intestinal digestibility of RUDP ranged from 35.13% to 80.67%. The soybean peel and the meat flour presented better intestinal digestibility, and the wheat meal presented the lowest digestibility. Although some formulation systems of diets for ruminant consider the intestinal digestibility of dietary protein as being constant, the data obtained in this work suggest that there are variation among the different feeds.O objetivo deste trabalho foi estimar a digestibilidade intestinal da proteína não-degradada no rúmen (PNDR, de alimentos, por intermédio da técnica de três estágios. Os alimentos avaliados foram o farelo de soja, farelo de trigo, casca de soja, farinha de carne e farinha de peixe. Os alimentos foram inicialmente incubados no rúmen por 16 horas, para determinação da PNDR. O resíduo foi submetido à digestão com solução de pepsina, durante 1 hora, e solução de pancreatina a 38ºC, durante 24 horas. Em seguida, esses resíduos foram analisados para nitrogênio total (NT. A estimativa da PNDR variou de 22,07% a 91,30% e a digestibilidade intestinal da PNDR de 35,13% a 80,67%. A casca de soja e a farinha de carne apresentaram melhor digestibilidade intestinal e o farelo de trigo apresentou a menor digestibilidade. Embora alguns sistemas de adequação de dietas para ruminantes considerem a digestibilidade intestinal da proteína diet

  16. Ecovalorização de Resíduos Florestais (Casca e ramos de Eucalyptus globulus)

    OpenAIRE

    Fernandes, Ana Paula Augusta Raposo

    2017-01-01

    A plantação da folhosa Eucalyptus globulus atinge mundialmente cerca de cerca de 18 milhões de hectares, em 90 países, e destina-se fundamentalmente à produção de pasta de papel. Promover uma ecovalorização dos resíduos florestais da biomassa de Eucalytptus globulus, principalmente das cascas e dos ramos, mediante o desenvolvimento de possíveis aplicações de valor acrescentado, para estes resíduos é o objetivo principal deste trabalho. Para tal, os resíduos florestais, cascas e...

  17. Digestibilidade ileal aparente e verdadeira de aminoácidos de farinhas de carne e ossos para suínos Apparent and true ileal digestibility of meat and bone meals amino acids for swine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Pozza

    2004-10-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar a digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos de seis diferentes farinhas de carne e ossos. Foram utilizados 12 suínos mestiços, machos castrados, com peso médio inicial de 52,5 ± 5,1 kg. Os animais foram previamente submetidos à cirurgia para implantação de cânula "T" simples no íleo terminal, e, após 20 dias de recuperação, foram distribuídos em um delineamento experimental de blocos ao acaso, com seis tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Ao término das duas primeiras repetições, os tratamentos foram redistribuídos para evitar que o mesmo animal recebesse a mesma dieta em duas repetições consecutivas. Os tratamentos consistiram de uma dieta isenta de proteína à base de açúcar, amido, óleo e casca de arroz, tendo como única fonte protéica as farinhas de carne e ossos. Os coeficientes de digestibilidade ileal aparente da lisina, treonina e metionina, das diferentes farinhas de carne e ossos variaram de 54,87 a 74,80; 62,62 a 81,19 e 72,35 a 85,46%, respectivamente, e a variação entre os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira foram de 57,00 a 76,08; 66,26 a 83,07 e 73,76 a 86,39%, respectivamente, para a lisina, treonina e metionina. As farinhas de carne e ossos apresentaram grande variação, em função das diferentes amostras, quanto aos coeficientes de digestibilidade ileal aparentes e verdadeiros dos aminoácidos.The experiment was carried out to determine the apparent and true ileal digestibility of amino acids from six different meat and bone meals. Twelvecrossbred swines, castrated males, averaging 52.5 ± 5.1 kg initial weight, were used. The animals were previously submitted to the simple T canula surgery implantation at the terminal ileum and, after twenty days of recovery period, they were allotted to a randomized blocks design, with six treatments, four replicates and one animal per

  18. Influência da escarificação e da temperatura sobre a germinação de sementes de Samanea tubulosa (Benth. Barneby & J.W. Grimes (sete cascas Influence of scarification and temperature on seed germination of Samanea tubulosa (Benth. Barneby & J.W. Grimes (seven shells

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Muniz Giachini

    2010-03-01

    Full Text Available Samanea tubulosa (Benth. Barneby & J.W Grimes (sete cascas é uma planta arbórea nativa do Pantanal Matogrossense, cujas sementes possuem dormência provavelmente causada pela impermeabilidade do tegumento à água. O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de comparar a eficiência da escarificação mecânica e química para superar a dormência tegumentar e o efeito da temperatura sobre a germinação de sementes de sete cascas. Foram empregados quatro diferentes procedimentos de escarificação: testemunha (sem escarificação; a escarificação mecânica; a escarificação com ácido sulfúrico durante cinco minutos e a escarificação com ácido sulfúrico durante dez minutos. Os níveis de temperatura empregados foram de 20, 25, 30 e 35ºC. A semeadura foi realizada em papel toalha germitest, na forma de rolo. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado com os tratamentos em esquema fatorial 4x4. Para cada tratamento, foram utilizadas quatro repetições de 25 sementes. Foi avaliada a porcentagem de germinação das sementes, utilizado como critério emissão da raiz primária com 2 mm de comprimento. Foi observado que a espécie S. tubulosa possui dormência tegumentar causada pela impermeabilidade do tegumento a água. As escarificações química com ácido sulfúrico por cinco e dez minutos foram eficientes para superação da dormência e as combinações de escarificação com temperatura que promoveram maiores porcentagens de germinação para a espécie foram a escarificação com imersão em ácido sulfúrico durante cinco e dez minutos e as temperaturas de 25, 30 e 35ºC.Samanea tubulosa (Benth. Barneby & JW Grimes (seven shells is a tree plant native to the Mato Grosso Pantanal, whose seeds have dormancy probably caused by impregnability of its integument to water. This work was carried out to compare the efficiency of mechanical and chemical scarification for overcoming integumentary dormancy

  19. Casca de banana em dieta para vacas F1 Holandês x Zebu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Silveira Pimentel

    2017-05-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar os efeitos da inclusão de casca de banana seca ao sol na dieta de vacas F1 Holandês x Zebu, sobre consumo, digestibilidade e produção de leite. As dietas foram constituídas de 0, 15, 30, 45 e 60% de substituição da silagem de sorgo pela casca de banana. Foram utilizadas 10 vacas e o delineamento experimental foi em 2 quadrados latinos 5 x 5 simultâneos, sendo o período experimental dividido em cinco períodos de 16 dias. O consumo de matéria seca apresentou efeito quadrático com valor máximo no nível de 38,30% de substituição, assim como o consumo de proteína bruta expresso em kg dia-1 e em porcentagem do peso corporal, com valor máximo nos níveis de 50,09 e 45,69% de inclusão da casca, respectivamente. O consumo de fibra em detergente neutro e as digestibilidades da fibra em detergente neutro e da proteína bruta apresentaram efeito linear decrescente. As variações de peso e escore corporal, produção de leite e conversão alimentar não foram influenciados. A substituição de 60% da silagem de sorgo por casca de banana pode ser uma alternativa viável já que não altera produção de vacas com produção média de 16,49 kg de leite com 3,5% de gordura dia-1, reduzindo os custos com a alimentação.

  20. Efeito da farinha da amêndoa de baru (Dipteryx Alata Vog.) na alteração do perfil lipídico e do estresse oxidativo induzido por dieta hipercolesterolêmica em ratas.

    OpenAIRE

    Reis, Larissa Lélis Teixeira

    2015-01-01

    Programa de Pós-Graduação do Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto. A hipercolesterolemia é considerada um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da aterosclerose e doenças cardiovasculares. Estas patologias, por sua vez, encontram-se associadas ao acúmulo de espécies reativas de oxigênio e consequente estresse oxidativo. Além da defesa antioxidante encontrada no organismo, há os ant...

  1. ADSORBENTES A BASE DE CASCARILLA DE ARROZ EN LA RETENCIÓN DE CROMO DE EFLUENTES DE LA INDUSTRIA DE CURTIEMBRES ADSORVENTES A BASE DE CASCA DE ARROZ NA RETENÇÃO DE CROMO DE EFLUENTES DA INDÚSTRIA DE CURTUMES RICE HUSK-BASED ADSORBENTS IN THE REMOVAL OF CHROMIUM FROM TANNING INDUSTRY EFLUENTS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    YANSY MILENA RODRÍGUEZ

    2012-06-01

    Full Text Available Diferentes materiales adsorbentes fueron preparados a partir de la cascarilla de arroz (un residuo lignocelulósico agroindustrial, para la remoción de cromo presente en las aguas resultantes de la curtición, debido a su alta toxicidad para la salud humana y a nivel ambiental. La cascarilla de arroz se evaluó como ceniza y carbón activado con acido fosfórico e hidróxido de sodio como agentes activantes. La parte experimental consistió en la calcinación de la cascarilla de arroz, activación química, caracterización, pruebas de adsorción y absorción atómica; obteniendo mejores resultados el adsorbente activado con hidróxido de sodio. Para la activación de la cascarilla de arroz con NaOH se requirió una serie de experimentos para determinar las mejores condiciones de operación en el proceso de obtenci��n del carbón activado. Se obtuvo una mayor remoción en el carbón que se activo a una temperatura de 600°C, un tiempo de activación de 30 minutos y una concentración de la solución de 1% p/p; la remoción de cromo fue del 72,8% comparado con la cascarilla de arroz activada con H3PO4 que fue del 54,5% y la ceniza de cascarilla de arroz 49,2%.Diferentes materiais adsorventes fórum preparados a partir da casca de arroz, um resíduo lignocelulósico agroindustrial, para a remoção de cromo das águas resultantes da curtição, devido a sua alta toxicidade na saúde e ao nível ambiental. A casca de arroz, a qual se avalia como cinza e carvão ativado com acido fosfórico e hidróxido de sódio como agentes ativadores. A parte experimental consta de calcinação da casca de arroz, ativação química, caracterização, testes de adsorção e absorção atômica; obtendo os melhores resultados o adsorvente ativado com hidróxido de sódio. A ativação da casca de arroz com NaOH se precisaram uma série de experimentos para determinar as melhores condições de operação no processo de obtenção do carvão ativado. Obteve

  2. Substituição do milho por casca de soja: consumo, rendimento e características de carcaça e rendimento da buchada de caprinos = Replacing corn with soybean hull: intake, carcass yield and characteristics, and yield of “buchada” of goats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Lyra Amorim

    2008-01-01

    Full Text Available Foram utilizados, em um delineamento inteiramente casualizado, 32 caprinos mestiços de anglo-nubiano, machos castrados, com o objetivo de avaliar os efeitos da substituição do milho por casca de soja nos níveis de 0, 33, 66 e 100%, em dietas baseadas em palma forrageira (Nopalea cochenilifera Salm Dyck sobre o consumo e rendimento decarcaça. A elevação no nível de casca de soja aumentou linearmente (p Thirty-two Anglo-Nubian crossbred castrated male goats were utilized in a completely randomized design to evaluate the effect of replacing corn with soybean hull in diets based on cactus forage (Nopalea cochenilifera Salm Dyck at levels of 0, 33, 66 and 100%, measured for intake and carcass yield. The rise in soybean hull levels increased neutral detergent fiber intake linearly (p < 0.05 and reduced the intake of non-fiber carbohydrates. However, live slaughter weight, empty body weight, freezing losses, hot carcass weight and yield, cold carcass and “buchada” (gut were not influenced. Fasting losses presented quadratic behavior (p < 0.05 while true and freezing yields increased linearly (p < 0.05. The carcass compactness index, the cuts and their respective yields were not influenced by the replacement of corn with soybean hull level,except for the shoulder cut, which presented quadratic behavior (p < 0.05. Total replacement of corn reduced feeding costs by 15.4%. Soybean hull can represent an alternative in the feeding of goats in confinement fed a cactus forage-based diet.

  3. Rastreabilidade da farinha de carne e ossos bovinos em ovos de poedeiras alimentadas com ingredientes alternativos Traceability of bovine meat and bone meal in eggs from laying hens fed with alternative ingredients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Célia Denadai

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi detectar traços de farinha de carne e ossos bovinos, em ovos de poedeiras alimentadas com dietas comerciais com inclusão de ingredientes vegetais alternativos e leveduras. A detecção foi feita pela técnica dos isótopos estáveis do carbono e do nitrogênio. Foram utilizadas 384 poedeiras, distribuídas aleatoriamente em oito tratamentos. Os tratamentos consistiram de uma dieta-controle - à base de milho e farelo de soja - e sete dietas com inclusão de farinha de carne e ossos bovinos, acrescidas ou não de outros ingredientes (farelo de trigo, quirera de arroz, farelo de algodão, glúten de milho, levedura de cana e levedura de cerveja. No 35º dia, foram tomados aleatoriamente 24 ovos por tratamento: 12 para análise de ovo e 12 para análise de gema e albúmen, em separado. Após análise isotópica de carbono e nitrogênio, os resultados foram submetidos à análise multivariada de variância. As médias dos pares isotópicos dos ovos, gema e albúmen, em todos os tratamentos, diferiram daquelas do tratamento-controle. A técnica dos isótopos estáveis permite detectar, nos ovos, gema e albúmen, a farinha de carne e ossos bovinos utilizada na dieta de poedeiras, mesmo com a inclusão de outros ingredientes vegetais e leveduras.The objective of this work was to detect traces of the bovine meat and bones meal in eggs of laying hens fed on commercial diets including alternative plant ingredients and yeast. The bovine meal detection was performed through carbon and nitrogen stable isotope technique. Three hundred eighty-four laying hens were randomly distributed in eight treatments. Treatments consisted of one control diet - a corn-and-soybean based meal - and seven diets with bovine meat and bone meal, including or not other ingredients (wheat bran, rice, cottonseed meal, corn gluten meal, sugarcane yeast and brewer yeast. At the 35th day, 24 eggs per treatment were randomly collected, 12 for egg analyses

  4. Farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias como fonte de proteína e minerais para alevinos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus Effects of feeding meal of fish filleting industrial waste as protein and mineral source for nile tilapia (Oreochromis niloticus L. fries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Rogério Boscolo

    2005-10-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se avaliar a utilização da farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias (FR como fonte de proteína e de minerais em rações práticas na alimentação de alevinos de tilápia do Nilo. Foram utilizados 120 alevinos de tilápias do Nilo com peso e comprimento iniciais de 0,58 ± 0,05 g e 3,49 ± 0,09 cm, respectivamente, distribuídos em 24 aquários com capacidade para 30 L, em um delineamento inteiramente casualisado, com quatro tratamentos e seis repetições. Os peixes foram alimentados com rações contendo 30% de proteína digestível e 3.000 kcal de energia digestível/kg, de acordo com os seguintes tratamentos: CO - ração à base de milho e farelo de soja, sem suplementação de fósforo; FB - ração à base de milho e farelo de soja, com fosfato bicálcico; FB + FR - ração à base de milho e farelo de soja, suplementada com fosfato bicálcico (50% e farinha de resíduos (50%; FT - ração à base de milho e farelo de soja, suplementada com farinha de resíduos. Ao final do experimento, os melhores resultados de desempenho foram observados nos animais que receberam suplementação de P. Quanto às características de carcaça, os animais que receberam a ração CO apresentaram maior teor de gordura corporal e menores teores de cinzas, Ca e P. A FR pode ser utilizada em rações para alevinos de tilápia do Nilo como fonte de P, sem prejuízos no desempenho e na composição corporal.The effects of feeding meal of tilapia filleting industrial waste (FW on performance and body composition for Nile tilapia fry were evaluated. One hundred and twenty Nile tilapia fries (averaging initial weight and length of 0.58±0.05 g and 3.49±0.09 cm, respectively were assigned to 24 30L-aquariums. The experiment was analyzed a complete randomized design with four treatments and six replications. Diets contained 30% of digestible protein and 3,000 kcal/kg of digestible energy. The following treatments were

  5. Elaboração de bolo com farinha de Yacon Cake developed with Yacon flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Severo da Rosa

    2009-09-01

    Full Text Available A batata Yacon apresenta carboidratos na forma de frutooligossacarídeos (FOS. Estudos comprovam que os FOS aumentam a saciedade e reduzem o índice glicêmico. Os produtos da fermentação podem minimizar a resposta glicêmica, além de estimular a glicólise, e ainda resultam em uma porção reduzida de energia. Os objetivos deste trabalho foram elaborar a farinha de Yacon, avaliar a composição química de diferentes concentrações de farinha de Yacon na elaboração de bolos e analisar sensorialmente as preparações elaboradas. A farinha de Yacon apresentou potencial como ingrediente na formulação de bolos, uma vez que teve boa aceitabilidade.The Yacon potatoes present carbohydrates in the form of fructo oligosaccharides (FOS. There are studies proving that the FOS delays the gastric emptying, increase the alimentary fiber,have prebiotic and hypoglycemic effects. They stimulate glycolysis, resulting in a reduced amount of energy. The objective of this research was to evaluate the chemical composition of cakes formulated with different concentrations of Yacon flour and to evaluate their sensory characteristics. The Yacon flour presented potential to be a cake ingredient.

  6. Casca de ovo como fonte de cálcio para humanos: composição mineral e análise microbiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Gressler Milbradt

    2015-03-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a composição mineral de diferentes tipos de cascas de ovo, bem como a segurança microbiológica de amostras submetidas a diferentes métodos de higienização. Para a obtenção do pó de casca de ovo, as cascas foram lavadas, higienizadas, secas em estufa e trituradas em moinho. Cascas de ovo de granja (criação confinada, de coloração branca e vermelha, e cascas de ovo coloniais (caipira, provenientes da região central do Rio Grande do Sul, foram comparadas quanto a sua composição mineral. O Ca, mineral predominante na casca de ovo, se manteve em concentrações semelhantes nas diferentes amostras (cerca de 365mg g-1. As cascas de ovo de granja apresentaram maior concentração de Mg e menor concentração de Sr que as cascas de ovo coloniais. Não foram encontradas quantidades significativas de Fe, Cr, Mn, Mo, Ni, Se, Al, Cd e Pb nas amostras analisadas. Adicionalmente, tanto amostras higienizadas com imersão em hipoclorito e posterior fervura em água, quanto amostras nas quais a imersão em hipoclorito foi suprimida, não apresentaram contaminação por coliformes, estafilococos ou salmonela. Os resultados indicam que a casca de ovo pode ser utilizada na nutrição humana, já que é rica em Ca, não apresenta contaminação por metais tóxicos e, se processada de forma adequada, apresenta boa qualidade higiênico-sanitária

  7. Processamento de barras de cereais com adição de farinha de batata-doce (Ipomoea batatas L.) Processing of cereal bars with added sweet potato flour (Ipomea batatas L.)

    OpenAIRE

    Bezerra, José Raniere Mazile Vidal; UNICENTRO; Rigo, Maurício; UNICENTRO; Teixeira, Ângela Moraes; UNICENTRO; Angelo, Mariana Alves; UNICENTRO; Czaikoski, Aline; Graduanda em Engenharia de Alimentos, bolsista Fundação Araucária. BIC/Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO.

    2015-01-01

    Considerando o crescimento do segmento de barras de cereais, a importância da cultura da batata-doce (Ipomoea batatas L.) e seu valor nutricional, este trabalho teve por objetivo a elaboração de barras de cereais com adição de diferentes teores de farinha de batata-doce e sua avaliação de aceitação sensorial, e ainda, a determinação da composição proximal da formulação melhor avaliada sensorialmente. A farinha da batata-doce e as barras de cereais adicionadas a farinha foram submetidas às det...

  8. Caracterização físico-química e microbiológica da farinha de algaroba (Prosopis juliflora (Sw. DC Physicochemical and microbiological characterization of mesquite flour (Prosopis juliflora (Sw. DC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celiane Gomes Maia da Silva

    2007-12-01

    Full Text Available Algaroba (Prosopis juliflora (Sw. D.C. é uma leguminosa arbórea tropical comum no semi-árido brasileiro e desenvolve-se em lugares secos, onde dificilmente outras plantas poderiam sobreviver. Suas vagens produzem uma farinha que pode ser usada na alimentação humana, além de vários outros produtos como o mel, licor e um produto similar ao café. Este trabalho teve por objetivo caracterizar quanto à composição físico-química e microbiológica a farinha de algaroba potencialmente passível de introdução como matéria-prima de interesse comercial. A farinha de algaroba foi analisada quanto ao teor de umidade, cinzas, proteína, lipídios, açúcares totais, açúcares redutores, fibra alimentar total e tanino. Os minerais analisados foram cálcio, fósforo, magnésio, ferro, zinco, sódio, potássio, manganês, silício, alumínio e cobre. As análises microbiológicas foram: coliformes a 45 °C.g -1, Bacillus cereus.g -1, Salmonella sp..25 g -1, e bolores e leveduras.g -1. Verificou-se que a farinha de algaroba apresenta elevados níveis de açúcares (56,5 g.100 g -1, razoável teor de proteínas (9,0 g.100 g -1 e baixo teor em lipídios (2,1 g.100 g -1. Quanto aos minerais observou-se a predominância do fósforo (749 mg.100 g -1 e do cálcio (390 mg.100 g -1. As análises microbiológicas apresentaram resultados inferiores ao limite estabelecido pela legislação, sendo considerada apropriada quanto à qualidade higiênico-sanitária. Portanto, conclui-se que esta possui uma elevada concentração de açúcares além de outros nutrientes, como minerais, importantes para o desenvolvimento humano e animal.Mesquite (Prosopis juliflora (Sw. D.C. is a tropical tree legume fairly common in the semi-arid region of Brazil, which thrives in dry environments where other plants would hardly survive. Its seedpods can be made into flour, which is used in human food and other products such as honey, liqueur and a product similar to coffee. The

  9. Avaliação do uso da casca do fruto e das folhas de Caesalpinia ferrea Martius como suplemento nutricional de Fe, Mn e Zn Evaluation of the use of the fruit peel and leaves of Caesalpinia ferrea Martius as a nutritional supplement of Fe, Mn and Zn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clelivaldo Santos da Silva

    2010-09-01

    Full Text Available As plantas medicinais podem ser usadas como fontes alternativas de nutrientes minerais na dieta alimentar. Elementos como ferro, manganês e zinco apresentam biodisponibilidade variável em função de suas formas químicas (espécies presentes em um alimento. Este trabalho tem como objetivo avaliar o teor e a biodisponibilidade de ferro, manganês e zinco em extratos da casca do fruto e das folhas de Caesalpinia ferrea Martius por Espectrometria de Absorção Atômica com Chama (FAAS. Os agentes extratores testados foram as soluções de NaOH 0,05 mol. L-1, tampão Tris-HCl 0,05 mol.L-1 (pH= 8, tampão Tris-HCl 0,05 mol.L-1 (pH = 8 em dodecil sulfato de sódio (SDS 1% (m/v, HCl 0,05 mol.L-1 e água quente (60 ºC. A casca do fruto e as folhas de Caesalpinia ferrea Martius apresentaram níveis altos de ferro e manganês quando comparados aos de outras plantas medicinais. Os elementos estudados mostraram predominante associação com compostos de alta e baixa massa molecular, espécies solúveis e insolúveis em água. Dentre os elementos analisados, o ferro apresentou melhor biodisponibilidade na casca do fruto e nas folhas. Manganês e zinco se mostraram mais biodisponível nas folhas. A casca do fruto e as folhas de Caesalpinia ferrea Martius podem ser uma fonte alternativa de ferro, manganês e zinco na dieta alimentar.Medicinal plants can be used as alternative sources of mineral nutrients in the alimentary diet. Elements such as iron, manganese, and zinc present variable bioavailability due to their chemical form (species present in foods. This work has the objective of evaluating the concentration and bioavailability of iron, manganese, and zinc in extracts of the peel and leaves of Caesalpinia ferrea Martius by Flame Atomic Absorption Spectrometry (FAAS. The extraction agents tested were 0.05 mol.L-1 NaOH, 0.05 mol.L-1 Tris-HCl buffer (pH 8.0, 0.05 mol.L-1 Tris-HCl buffer (pH 8.0 containing 1% (m/v sodium dodecylsulfate (SDS, 0.05 mol.L-1

  10. Composição químico-bromatológica da casca de café tratada com amônia anidra e sulfeto de sódio Chemical-bromatologic composition of coffee peel treated with anhydrous ammonia and sodium sulphide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Lima de Souza

    2001-06-01

    Full Text Available Um experimento foi conduzido para avaliar os efeitos de diferentes combinações de amônia anidra (0,0; 2,2; 3,2; e 4,2% na matéria seca e sulfeto de sódio (0,0; 2,1; 3,1; e 4,1% sobre a composição químico-bromatológica e a digestibilidade in vitro da matéria seca da casca de café (DIVMS. O teor de proteína bruta aumentou em função dos níveis crescentes de amônia anidra. A retenção de nitrogênio diminuiu com os aumentos dos níveis de amônia e de sulfeto. Os teores de nitrogênio insolúvel em detergente neutro e nitrogênio insolúvel em detergente ácido em relação ao nitrogênio total foram sensivelmente reduzidos em função dos níveis crescentes de amônia, sendo, porém, pouco alterados pela adição de sulfeto. Apesar de a aplicação de amônia anidra e sulfeto de sódio nas diferentes combinações utilizadas ter elevado a quantidade de nitrogênio disponível e reduzido os teores de hemicelulose, estas mudanças não foram suficientes para aumentar a DIVMS da casca de café.An experiment was conducted to evaluate the effects of different combination of levels of ammonia (0.0, 2.2, 3.2, 4.2% by weight of dry matter and sodium sulphide (0.0, 2.1, 3.1, 4.1% on chemical-bromatologic composition and "in vitro" dry matter digestibility (IVDMD of coffee peel with 30% of moisture. The crude protein (CP content increased due to the crescent levels of anhydrous ammonia. The nitrogen retention (NR decreased as the ammonia and sulphide levels increased. The contents of insoluble nitrogen in neutral and acid detergent related to the total nitrogen were reduced as levels of ammonia increased; however they were little altered by the addition of sodium sulphide. Although the application of anhydrous ammonia and sodium sulphide when combined have increased soluble nitrogen and reduced the hemicellusose contents, the changes were not sufficient to increase the IVDMD of coffee peel.

  11. Impacto da farinha de mandioca fortificada com ferro aminoácido quelato no nível de hemoglobina de pré-escolares Impact of cassava flour fortified with iron amino acid chelate on the hemoglobin level in pre-schools

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rahilda Brito Tuma

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliou-se o impacto da farinha de mandioca fortificada com ferro aminoácido quelato em 80 pré-escolares de uma Unidade Filantrópica de Manaus, AM, distribuídos aleatoriamente em quatro grupos de 20 crianças cada, por um período de 120 dias. MÉTODOS: Foram utilizadas farinha de mandioca sem fortificação (Grupo zero e fortificada com 1, 2 e 3mg de Fe/dia, correspondendo a quantias diárias de 5, 10 e 15g de farinha, respectivamente, as quais foram distribuídas no horário do almoço, sendo ainda entregue às famílias a quantidade destinada ao consumo do final de semana. O estado nutricional das crianças foi avaliado no início e ao final do experimento, adotando-se como limite discriminatório entre eutrofia/desnutrição o ponto de corte OBJECTIVE: The impact of the cassava flour fortified with iron amino acid chelate was evaluated in 80 pre-scholars of a Philanthropic Unit of Manaus, state of Amazonas, randomly distributed in four groups of 20 children each, for a period of 120 days. METHODS: Cassava flour was used without fortification (group zero or fortified with 1, 2 and 3mg of Fe/day, corresponding respectively to 5, 10 and 15g of flour/day, which were given to the children at lunch time on weekdays. The equivalent amount was previously distributed to their families for flour intake also during the weekends. In the beginning and at the end of the experiment the children's nutritional status was evaluated, being adopted the cutoff point <-2 Z-scores as a discriminating limit between eutrophy/malnutrition, in agreement with the World Health Organization criteria, as well as being established as a cutoff point for the occurrence of iron deficiency anemia a hemoglobin rate of less than 11g/dL. RESULTS: At the end of this study, children recovered from chronic malnutrition, and a significant increase (p <5% of the hemoglobin rates, independently of iron concentration, from 11.4±0.9g/dL to 12.2±0.8g/dL, was observed in

  12. Nutritious value of co-products of the cassava Valor nutritivo de co-produtos da mandioca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Rodrigues Magalhães

    2007-12-01

    Full Text Available The present study evaluated the chemical composition, protein and total carbohydrates content, energy estimative of industrial co-products of cassava from the North of Brazil (cassava scraping, cassava co-products flower, cassava mass and the superior third of cassava silage STSRM. The results were evaluated by description of the statistical analysis. Highest mean values were found for STSRM Crude Protein (CP and Neutral Detergent Fiber (NDF. Variation values occurred in protein content, total carbohydrates and energy estimative among co-products evaluated. Cassava co-products flower presented the highest value for non fibrous carbohydrates and energies.O presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a composição química, as frações de proteínas e de carboidratos totais e as estimativas energéticas dos co-produtos da indústria de mandioca da região Norte (casca de mandioca, farinha de varredura, massa de mandioca e silagem do terço superior da rama da mandioca – STSRM. Os resultados foram avaliados através de estatística descritiva. Os maiores valores médios de proteína bruta (PB e de fibra em detergente neutro (FDN foram encontrados para a STSRM. Ocorreram variações nas frações de proteínas, carboidratos totais e energia entre os co-produtos avaliados, sendo que a farinha de varredura apresentou os maiores valores de carboidratos não-fibrosos e energias.

  13. Cinzas de Casca de Arroz: Preparo e Uso como Adsorvente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. A. Rodrigues

    2014-11-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo o preparo e a caracterização de cinzas de casca de arroz (CCA via tratamento térmico, lixiviação ácida (LA e lixiviação básica (LB. Amostras de casca de arroz foram lavadas com água destilada, secas em condições ambiente e utilizadas no preparo de CCA por três rotas: (i tratamento térmico em forno mufla, sob temperaturas de: 350, 400, 450, 500, 600, 700, 800, 900 e 1000ºC/2h, com taxa de 10ºC/min; (ii LA em HCl (0,1 ou 0,5 mol/L e (iii, LB em NaOH (0,1 ou 0,5 mol/L, realizadas em autoclave, sob temperatura de 100ºC/2h, seguido de lavagem, secagem e calcinação (i. Os sólidos foram caracterizados com auxílio da técnica de difração de raios x (DRX e testados na adsorção do corante  azul de metileno (AM, 100mg/L. A CCA tratada termicamente exibiu formação de picos a partir de 850oC. CCA obtida por LB exibiu o surgimento de picos a partir de 700oC. A CCA obtida por LA, teve a ausência de picos. Dados de adsorção de AM apontaram potencial para o uso destes materiais como adsorvente, em especial aqueles calcinados em 500oC, descando a CCA LB calcinada a 500 ºC exibindo 96% de remoção no período de 1h.

  14. Composição química, digestibilidade e predição dos valores energéticos da farinha de carne e ossos para suínos - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i1.3597 Chemical Composition, Digestibility and Prediction of the Energy Values of Meat and Bone Meal for Swine - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i1.3597

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horácio Santiago Rostagno

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi determinar a composição química e energética de seis diferentes farinhas de carne e ossos, bem como desenvolver equações de predição da energia digestível e metabolizável, com base na composição química dos alimentos. Foram utilizados 28 suínos, mestiços, machos castrados, com peso médio inicial de 25,90 ± 1,95 kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com sete tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração-referência e seis diferentes farinhas de carne e ossos, que substituíram em 20% a ração-referência. Os valores de energia digestível e metabolizável variaram de 1.717 a 2.908 kcal kg-1 e de 1.519 a 2.608 kcal kg-1, respectivamente. As equações de predição da energia digestível e metabolizável que apresentaram maiores R2 para a farinha de carne e ossos foram: ED = 1.196,11 + 44,18 PB – 121,55 P e EM = 2.103,35 + 22,56 PB – 164,02 P.The objective of this study was to determine the chemical and energetic composition of six different meat and bone meals, and to develop prediction equations of digestible and metabolizable energy based on the chemical composition of the feeds. In order to determine the digestible and metabolizable energy values, 28 crossbreed swine were used – castrated males, averaging 25.90 ± 1.95 kg initial weight, allotted in a randomized block design with seven treatments, four replicates and one animal per experimental unit. The treatments consisted of a basal diet and six meat and bone meals, which replaced by 20% the basal diet. The digestible and metabolizable energy values varied from 1717 to 2908 kcal kg-1 and from 1519 to 2608 kcal kg-1, respectively. The prediction equation of digestible and metabolizable energy that presented the highest R2 for meat and bone meal were: DE = 1196.11 + 44.18 CP – 121.55 P and ME = 2103.35 + 22.56 CP – 164.02 P.

  15. Lenho e Casca de Eucalyptus e Acacia em Plantios Monoespecíficos e Consorciados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Luiz Silva

    2017-11-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar a variação do teor e espessura da casca e da densidade básica da madeira de Eucalyptus e Acacia plantados em monocultivo e consórcio. Cinco árvores de Eucalyptus urophylla × E. grandis e cinco de Acacia mangium foram investigadas em plantios monoespecíficos e mistos, totalizando 20 árvores. O teor e espessura da casca produzida pela Acacia em monocultivo (47,5% e 1,32 cm foram aproximadamente três vezes superiores, quando comparadas àquelas do plantio consorciado (15,2% e 0,51 cm. A partir desses resultados, conclui-se que não há diferença significativa entre as médias da densidade básica das madeiras de Eucalyptus e Acacia provenientes dos plantios monoespecíficos e mistos. Contudo, há variação longitudinal significativa em termos de densidade básica da madeira das árvores de Acacia e de Eucalyptus provenientes tanto do plantio monocultivado como do consorciado, indicando que há diferença na qualidade da madeira manejada para uso múltiplo.

  16. Milho com diferentes graus de moagem em combinação com polpa cítrica peletizada ou casca de soja para vacas leiteiras no terço médio da lactação Effects of corn particle size and byproduct source on performance of mid-lactating dairy cows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Augusto Portela Santos

    2007-08-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito do grau de moagem do milho (moído fino ou moído grosso em dietas com polpa cítrica peletizada ou casca de soja sobre o desempenho lactacional de vacas leiteiras. O período experimental teve duração de 56 dias, divididos em quatro períodos de 14 dias. Trinta e duas vacas holandesas (160 dias em lactação foram alocadas em oito quadrados latinos, compostos de quatro períodos e quatro dietas: MFPC - milho moído fino + polpa cítrica; MGPC - milho moído grosso + polpa cítrica; MFCS - milho moído fino + casca de soja; e MGCS - milho moído grosso + casca de soja. A ingestão de MS, a produção de leite, os teores de gordura, proteína e lactose do leite e as concentrações de glicose e nitrogênio uréico plasmáticos não foram afetados pelas dietas. Houve efeito significativo da interação grau de moagem ´ fonte de energia sobre a produção de leite corrigida para gordura e a produção de gordura e de sólidos totais do leite. O grau de moagem do milho e o tipo de subproduto (polpa cítrica ou casaca de soja não afetaram o desempenho de vacas leiteiras no terço médio da lactação com produção média de 24 kg de leite/dia.The objective of this trial was to investigate the effects of feeding corn with different particle size (coarse vs. fine grinding plus dried citrus pulp or soyhulls on performance of lactating dairy cows. Thirty-two mid lactating Holstein cows averaging 160 days in milk were randomly assigned to eight replicated 4 x 4 Latin squares with a 2 x 2 factorial arrangement of treatments. Animals were fed total mixed rations containing corn silage as the sole forage source. Each experimental period lasted 14 days with 10 days for diet adaptation and four days for data and sample collection. The treatments were: MFPC - finely ground corn + citrus pulp; MGPC - coarsely ground corn + citrus pulp; MGPC - finely ground corn + soyhulls; and MGCS - coarsely ground corn + soyhulls. There were no effect

  17. Extração de antocianina de casca de uva Isabel

    OpenAIRE

    Mezaroba, Maria Elizabeth de Paula Cançado

    2001-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química Este estudo objetivou avaliar a concentração de antocianina (corantes naturais) presentes no suco extraído da casca de uva da variedade Isabel . No processo de extração de antocianinas foram utilizados água e condensado vegetal com dióxido de enxofre a diferentes concentrações (1200, 1500, 2000ppm) com e sem enzima e etanol acidificado a 1% com e sem enzima. ...

  18. Digestibilidades ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos de farinhas de vísceras para suínos Apparent and true ileal digestibilities of poultry by-products amino acids for swine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Pozza

    2005-12-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar as digestibilidades ileal aparente e verdadeira de cinco diferentes farinhas de vísceras. Foram utilizados 10 suínos mestiços, machos castrados, com peso inicial de 34,11 ± 3,88 kg, previamente submetidos à cirurgia para implantação de cânula "T" simples. Os animais foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Ao final das duas primeiras repetições, os mesmos animais foram redistribuídos e utilizados novamente nas repetições subseqüentes. Os tratamentos consistiram de uma dieta isenta de proteína à base de açúcar, amido, óleo e casca de arroz, tendo como única fonte protéica uma das cinco farinhas de vísceras. Os coeficientes de digestibilidade ileal aparente da lisina, treonina e metionina das diferentes farinhas de vísceras apresentaram variação de 63,40 a 74,01; 63,17 a 79,13 e 72,60 a 81,11%, respectivamente, e os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeiros apresentaram variação de 64,38 a 74,88; 64,31 a 80,60 e 73,07 a 81,64%, respectivamente.The experiment was carried out with the objective of determining the apparent and true ileal digestibilities of amino acids from five different poultry by-product. Ten crossbreed swines, castrated males, averaging 31.11 ± 3.88 kg were used in the experiment. The animals were previously submitted to the surgery for simple T canula implantation and, then, allotted to a randomized block design with five treatments, four replicates and one animal per experimental unit. At the end of the first and second replicates, these animals were allotted again to the treatments and used in the third and fourth replicates. The treatments consisted of a free protein diet based on sugar, starch, vegetable oil and rice peel and one of the five poultry by-product as protein source in the diet. The coefficients of apparent ileal

  19. PROJETO DE CONTRIBUIÇÃO À INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PARA FARINHA DE MANDIOCA DE TIPO COPIOBA: A CONSTRUÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS PARA AVALIAÇÃO DE IMPACTOS EM DESENVOLVIMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nina Paloma Neves Calmon de Siqueira Branco

    2012-10-01

    Full Text Available A farinha de mandioca denominada “copioba”, produzida no Recôncavo baiano, compreende um produto regional de notoriedade na Bahia. Apesar do reconhecimento popular da qualidade desta farinha, pouco se conhece sobre o seu processo de produção e as características que a distingue das demais farinhas. Este estudo objetiva relatar o desenvolvimento do projeto “QUALIDADE, IDENTIDADE E NOTORIEDADE DA FARINHA DE MANDIOCA DE NAZARÉ DAS FARINHAS-BA: UMA CONTRIBUIÇÃO À INDICAÇÃO GEOGRÁFICA”, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB – Edital 21/2011, em convênio com a Universidade Federal da Bahia, referente à construção de indicadores para subsidiar o pedido de Indicação Geográfica (IG da Farinha de Mandioca do Vale do Copioba, e a avaliação dos impactos de desenvolvimento decorrentes do projeto, além do auxílio organizacional aos produtores, nesta Região. Uma equipe interdisciplinar elaborou instrumentos quantitativos e qualitativos para levantamento de dados, que foram submetidos a um Comitê de Ética em Pesquisa. Um questionário será aplicado a 200 produtores/trabalhadores da cadeia produtiva da farinha, o que possibilitará descrever o perfil sócio-demográfico da coletividade, antes e após a aquisição da qualificação. Este método compreende uma inovação na área e permitirá a avaliação de impactos socioeconômicos da IG na vida dos produtores e trabalhadores de farinha. As abordagens qualitativas aplicadas aos mesmos visam resgatar a memória local e a valorização do produto. O Edital FAPESB inaugura a implantação de uma política pública de extrema valia na Bahia, aliando uma equipe técnico-científica à prospecção tecnológica e à intervenção social a partir de IG.

  20. DETERMINAÇÃO DA COMPOSIÇÃO EM AMINOÁCIDOS DAS PROTEÍNAS DA LEVEDURA DE ÁLCOOL (Saccharomyces cerevisiae SECA E DA FARINHA DE PEIXE COMO INGREDIENTES PARA RAÇÕES DE PEIXES DE ÁGUA DOCE DETERMINATION OF AMINO ACIDS COMPOSITION IN MOLASSES YEAST (Saccharomyces cerevisiae AND FISH MEAL PROTEIN AS INGREDIENTS FOR FRESHWATER FISH RATIONS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalton José Carneiro

    2007-09-01

    Full Text Available

    Determinaram-se a composição e a qualidade protéica da levedura seca de destilaria alcoólica (S. cerevisiae, comparando-a com a farinha de peixe (FP. Utilizaram-se o escore químico (EQ e o índice de aminoácidos essenciais (IAAE. Estes quocientes indicam, em relação à proteína do ovo, a ordem dos aminoácidos limitantes, estimando assim o valor biológico protéico. Observaram-se elevados índices de lisina (EQ = 120, treonina (EQ = 110 e triptofano (EQ = 100 na levedura, recomendando-se seu balanceamento com cereais deficientes nestes aminoácidos. A proteína da levedura superou a da FP nestes índices de qualidade e satisfez o padrão internacional de qualidade e as exigências em aminoácidos estimados para a carpa e o pacu. Posteriores ensaios acerca de desempenho produtivo, de digestibilidade e de efeitos metabólicos com peixes fornecerão importantes resultados para o balanceamento de rações, necessitando serem testados atrativos mais palatáveis e aglutinantes para o meio aquático, quando se incorpora levedura à ração.

    PALAVRAS-CHAVE: Levedura alcoólica; proteína; peixe; rações.

    The possible use of microbial biomass to replace part of the fishmeal in fish diets could be considered an innovate solution. A quantitative determination of the content of aminoacids was made in two protein sources: molasses yeast (S. cerevisiae and fish meal. The chemical score and essential aminoacid index were calculated as a parameter correlated to biological value. The high lysine, threonine and tryptophan content of the protein in the molasses yeast must be emphasized. It reaches an order of magnitude superior to that in fish meal. Further researches, especially in relation to protein digestibility and possible toxicity or antinutritional

  1. Atividade antimicrobiana de extratos hidroalcoolicos das folhas de alecrim- pimenta, aroeira, barbatimão, erva baleeira e do farelo da casca de pequi Antimicrobial activity of hydroalcoholic extracts from rosemary, peppertree, barbatimão and erva baleeira leaves and from pequi peel meal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucinéia de Pinho

    2012-02-01

    Full Text Available Avaliou-se o perfil fitoquímico de extratos hidroalcoólicos padrão (EAPs, obtidos a partir das folhas de alecrim-pimenta (Lippia sidoides, aroeira (Myracrodruon urundeuva, barbatimão (Stryphnodendron adstringens, erva baleeira (Cordia verbenacea e do farelo da casca do fruto do pequi (Caryocar brasiliense e a atividade antimicrobiana de diferentes concentrações desses EAPs contra Staphylococcus aureus e Escherichia coli. Após coleta e identificação, as folhas das plantas e cascas do pequi foram usadas para preparação dos EAPs e submetidas a rastreamento fitoquímico. A atividade antimicrobiana dos EAPs em diferentes diluições (200, 300, 400 e 500mg mL-1 foi testada pela técnica de difusão em ágar. O rastreamento fitoquímico detectou componentes com potencial antimicrobiano em todos os EAPs. Nos testes de difusão em ágar, os extratos de aroeira (≥200mg mL-1, barbatimão (≥300mg mL-1 e erva-baleeira (≥400mg mL-1 inibiram o crescimento de S. aureus, mas não de E. coli. Os EAPs não mostraram atividade sobre E.coli, todavia as folhas de aroeira, barbatimão e erva-baleeira evidenciaram potencial para inibir o crescimento de S. aureus. O uso das folhas e cascas dessas espécies vegetais pode constituir-se numa alternativa sustentável, viável e acessível para tratamento antimicrobiano.This study evaluated the phytochemical profile of standardized hydroalcoholic extracts (EAPs obtained from leafs of rosemary (Lippia sidoides, peppertree (Myracrodruon urundeuva, barbatimão (Stryphnodendron adstringens, erva baleeira (Cordia verbenacea and from the meal of pequi fruit peel (Caryocar brasiliense and the activity of different levels of these EAPs against Staphylococcus aureus and Escherichia coli. After collection and identification of the species, plant leaves and pequi peel were separated to prepare the EAPs. The EAPs underwent phytochemical screening. The antimicrobial activity of the EAPs at different dilutions (200, 300

  2. Utilização da farinha de varredura de mandioca na alimentação de coelhos - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.663 The use of cassava for rabbit feeding - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.663

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Haroldo Garcia de Faria

    2006-01-01

    Full Text Available Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar a utilização da farinha de varredura de mandioca (FVM, variedade fibra, para coelhos em crescimento. No ensaio de digestibilidade, foram utilizados 22 coelhos com 50 dias de idade, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos e 11 repetições. Foram utilizadas duas rações, uma referência e um teste, na qual a FVM substituiu 25% da matéria seca da ração referência. Os teores digestíveis de matéria seca, proteína, FDN, FDA, energia e amido, com base na matéria seca, foram respectivamente de 85,87, 1,43, 2,82, 0,91, 3.562 kcal/kg e 63,95%. No experimento de desempenho, foram utilizados 180 coelhos de 35 a 70 dias de idade. Os coelhos foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (seis níveis de inclusão da FVM: 0%, 20, 40, 60, 80 e 100%, em substituição à energia digestível do milho e 15 repetições com dois animais por unidade experimental. Os resultados permitiram concluir que a FVM pode ser incorporada às rações de coelhos em crescimento em 26,4%, substituindo 100% a energia digestível do milho.The study aimed to evaluate the effect of cassava root meal on the growth of rabbits. Two experiments were carried out. Digestibility assay was conducted using 22 rabbits with 50 days of age, in a randomized design, with two treatments and 11 replications. Reference and test diets were used in which CM substituted 25% of the control diet dry matter. The digestible dry matter values, protein, neutral detergent fiber (NDF, acid detergent fiber (ADF, energy and starch, on dry matter basis, were 85.87, 1.43, 2.82, 0.91, 3,562 kcal/kg and 63.95%, respectively. In the performance trial, 180 rabbits of 35 to 70 days of age were used. The rabbits were distributed in a completely randomized design, with six treatments (six levels of CM inclusion: 0, 20, 40, 60, 80 and 100%, replacing the corn digestible

  3. Efeitos da farinha de folhas de mandioca sobre a atividade das enzimas AST, ALT, FA e lipídios hepáticos de ratos Wistar Effects of cassava leaves flour on the AST, ALT, ALP enzymes activity and hepatic lipids of Wistar rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Séfora de Melo

    2008-12-01

    Full Text Available Folhas de mandioca possuem substâncias como ligninas e saponinas que podem apresentar efeito hipolipidêmico. Todavia, um estudo recente relatou aumento no peso do fígado de ratos alimentados com dietas contendo farinha de folhas de mandioca (FFM - Manihot esculenta Crantz cv. Cacao, tornando-se necessário um estudo mais aprofundado dos efeitos desta farinha sobre os parâmetros hepáticos. Para este estudo, um ensaio biológico com 32 ratos machos Wistar foi conduzido por um período de 7 semanas, sendo os tratamentos: dieta controle e dietas contendo 5, 10 e 15% de FFM. As dietas contendo FFM não apresentaram efeitos sobre as atividades das enzimas Aspartato Aminotransferase (AST e Fosfatase Alcalina (FA, mas aumentaram significativamente a atividade da enzima alanina aminotransferase (ALT. O estudo histopatológico revelou vacuolização do citoplasma dos hepatócitos para todos os grupos. No entanto, a freqüência de animais com vacuolização acentuada foi superior nos grupos que receberam dietas com FFM, apresentando também maiores teores de lipídios e colesterol total hepáticos e maior relação peso fígado/peso corporal. Estes resultados indicam que os antinutrientes presentes nas folhas de mandioca, como taninos, cianeto e saponinas, podem ser responsáveis pela redução da função hepática nos animais alimentados com FFM.Cassava leaves contain substances such as lignins and saponins that can present the hypolipidemic effect. However, a recent study has reported an increase in liver weight of rats fed diet containing cassava leaves flour (CLF - Manihot esculenta Crantz cv. Cacao. Thus, a further study of the effect of this flour on the hepatic parameters is necessary. For the development of this study, a biological assay with 32 male Wistar rats was conducted for a period of 7 weeks with the following treatments: control diet and diets containing 5, 10, and 15% of CLF. The diets containing CLF showed no effects on the

  4. Tecnologias de atomização e desidratação: alternativas para a produção de farinhas a partir de vegetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Engel

    2016-06-01

    Full Text Available A aplicação de processos tecnológicos, como a desidratação por estufa e a atomização para a secagem e produção de um pó, vem sendo empregados para produção de farinha a partir de produtos vegetais. A remoção de umidade traz alguns benefícios ao produto, como na produção de farinha permitindo o reaproveitamento de vegetais não conformes, além da agregação do valor comercial ao produto, um maior tempo de prateleira e diminuição nos custos de estocagem e transporte do produto. A incorporação de farinha de vegetais como substituinte parcial da massa na panificação vem ganhando destaque nos últimos anos. Neste sentido, realizou-se uma revisão bibliográfica dos principais aspectos relacionados à aplicabilidade do processo de spray dryer em comparação ao de secagem por desidratação para a produção de farinha de vegetais.

  5. Farinha dos resíduos do camarão Litopenaeus vannamei: caracterização e utilização na formulação de hambúrguer

    OpenAIRE

    Suzanne Florentino da Silva Chaves Damasceno, Karla

    2007-01-01

    O potencial brasileiro para a produção e exportação de camarão Litopenaeus vannamei e o grande volume de resíduo gerado pelo seu beneficiamento motivaram a presente pesquisa com o objetivo de contribuir para o aproveitamento destes e incentivar a utilização da farinha de resíduo de camarão em produtos alimentícios. Foram realizados estudos por meio de planejamento fatorial 23, para definir os parâmetros de fabricação da farinha a partir de resíduos do beneficiamento do camarão ...

  6. Desempenho de novilhas alimentadas com rações contendo milho ou casca de mandioca como fonte energética e farelo de algodão ou levedura como fonte protéica Performance of heifers fed diets containing corn or cassava hull as energy source and cottonseed meal or yeast as protein source

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivanor Nunes do Prado

    2000-02-01

    Full Text Available RESUMO - Foi avaliado efeito da combinação de fontes energéticas (milho ou casca de mandioca e fontes protéicas (levedura ou farelo de algodão + farinha de carne e ossos de quatro dietas, usando silagem de milho como fonte de volumoso, sobre o desempenho e a ingestão de MS, PB, MO, EM, FDA, FDN, amido, Ca e P, em novilhas. O efeito da adição de sal ou sal mineralizado às dietas também foi avaliado. Foi usado um total de 28 novilhas com, em média, 303 kg PV e 18 meses de idade, confinadas durante 76 dias. Houve diferença na ingestão de nutrientes entre as dietas, porém, não houve efeito das fontes energéticas, protéicas e de sal sobre o ganho médio diário, o rendimento de carcaça e a conversão alimentar. Portanto, a levedura pode substituir o farelo de algodão, como fonte protéica, assim como a casca de mandioca pode substituir o milho, como fonte de energia, sem alterar o desempenho de novilhas terminadas em confinamento. O consumo de Ca pelas novilhas foi maior nas rações com sal mineralizado do que em rações contendo sal comum.ABSTRACT - The effect of the combination of energy sources (corn or cassava hull and protein sources (cottonseed meal or yeast + meat and bone meal in four diets, using corn silage as forage source, on the performance and intake of DM, CP, OM, ME, ADF, NDF, starch, Ca and P, using heifers. The effect of the addition salt or mineralized salt was also evaluated. A total of 28 heifers with average 303 kg LW and 18 months of age, confined during 76 days, was used. There were differences on nutrients intake among diets, however, there was no effect of the sources of energy, protein and salt on the average daily gain, carcass yield and feed:gain ratio. Therefore, yeast could substitute cottonseed meal as protein source, so as cassava hull could replace corn as energy source, without affecting the performance of feedlot heifers. The calcium intake by the heifers was higher in the mineralized salt

  7. PROPRIEDADES DE PASTA DE FARINHAS DE TRIGO-SOJA PRÉ-COZIDAS POR EXTRUSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. O. NASCIMENTO

    2008-11-01

    Full Text Available

    Mistura de farinha de trigo e soja em proporções adequadas, além de ter efeito complementar mútuo de aminoácidos, contribui para a melhoria de propriedades funcionais. A extrusão modifica estruturas de amido e de proteínas, melhorando as suas propriedades funcionais. O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos dos parâmetros: umidade da mistura, temperatura de extrusão (TE e velocidade de rotação do parafuso (VRP, nas propriedades de pasta (PP de farinhas de trigo-soja extrusadas. A mistura de farinha de trigo com 10 e com 20% de soja crua foi extrusada, individualmente, em dois teores de umidade (26 e 29%, cinco TE (110, 120, 130, 140 e 150°C e quatro VRP (N°3, 120, 150, 180 e 210rpm. Os resultados mostraram que as farinhas de trigo e soja (90:10 e 80:20 com 26 e 29% de umidade e extrusadas em 150 e 180rpm a 120 e 130°C, apresentaram as melhores PP (viscosidade inicial a 25°C, viscosidade de pico a 95°C, viscosidade de manutenção a 95°C, viscosidade final a 25°C, quebra de viscosidade e tendência à retrogradação, quando comparadas com a farinha de trigo crua e com a farinha de trigo-soja crua. Portanto podem ser recomendadas para a formulação de alimentos prontos e semiprontos como: mingaus, molhos, sopas e outros.

  8. Esterilização de farinha de subprodutos animais em esterilizador industrial Industrial sterilization of animal meal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Antônio Mazutti

    2010-03-01

    Full Text Available As farinhas de subprodutos animais se apresentam como uma fonte praticamente completa da maioria dos aminoácidos requeridos para uma alimentação equilibrada. Estas farinhas são amplamente usadas para corrigir as deficiências nutricionais, que ocorrem em outras matérias-primas para rações, como os farelos de origem vegetal. No entanto, constituem um ambiente favorável à proliferação de microrganismos, tanto durante o processamento quanto na estocagem. A Portaria SARC 002 de 13/02/2003 no Anexo I da Instrução Normativa Número 15 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento propõe que a etapa de esterilização das farinhas poderá ser realizada antes do processo de cocção dos subprodutos ou na própria farinha, contanto que seja empregado vapor saturado direto a uma temperatura mínima de 133 °C por um tempo mínimo de 20 minutos. Industrialmente, o que se deseja é obter um produto final com padrões higiênicos sanitários aceitáveis, com teor proteico o mais alto possível. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi investigar diferentes estratégias de processamento da farinha de subprodutos de indústria de aves, observando aquela mais eficiente para a esterilização: se no subproduto antes da digestão ou se na própria farinha. Foram realizados testes em escala piloto com capacidade para 150 kg e em escala industrial com capacidade de 3.000 kg. O processo de esterilização em escala industrial apresentou um melhor desempenho comparado com o processo piloto. O teor de proteína aumentou em todos os testes e a digestibilidade final da farinha foi de aproximadamente 92%, o que eleva seu valor de mercado. Com relação à eliminação de microrganismos, o processo industrial foi eficiente, uma vez que não foi verificada contagem em nenhum dos três testes realizados.Animal meal obtained from animal offal offers a fairly complete source of most of the aminoacids required for a balanced animal diet. These

  9. Biodisponibilidade de ferro do açaí (Euterpe oleracea Mart. e da farinha de mandioca fortificada com ferro em ratos Iron bioavailability of the açaí(Euterpe oleracea Mart. and the iron-fortified manioc flour in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sirlene Duarte Alves Toaiari

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar a biodisponibilidade do ferro do açaí (Euterpe oleracea Mart. e da farinha de mandioca fortificada com ferro, utilizando o método de depleção e repleção de hemoglobina em ratos. MÉTODOS: No período de depleção, durante a lactação, as ratas (Rattus novergicus e seus filhotes receberam ração à base de caseína (American Institute of Nutrition - 93G, sem adição de ferro na mistura salina, sendo que os filhotes, quando desmamados, continuaram a receber a mesma ração por mais sete dias. Paralelamente, houve um grupo controle no qual ratas e filhotes receberam ração comercial. No período de repleção de catorze dias, os ratos machos (n=40 foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos de oito ratos cada um, os quais receberam rações experimentais (açaí e farinha de mandioca fortificada com ferro e controles (do açaí e American Institute of Nutrition 93. A concentração de hemoglobina foi determinada semanalmente e a biodisponibilidade de ferro das rações foi determinada por meio de cálculos do ferro ingerido e do ferro hemoglobínico dos ratos dos diferentes grupos. RESULTADOS: Ao final do período de depleção, a concentração de hemoglobina dos ratos, de 4,7 ± 0,5g/dL, demonstrou a efetividade do método utilizado. A maior biodisponibilidade de ferro foi constatada na farinha de mandioca fortificada (44,6±3,6%, em contraste com a baixa biodisponibilidade do ferro do açaí (12,1±5,5%. CONCLUSÃO: O ferro presente no açaí não foi eficaz na recuperação da concentração de hemoglobina dos ratos. Portanto sugere-se cautela ao recomendar a utilização do açaí como fonte de ferro.OBJECTIVE: This study evaluates the bioavailability of iron derived from açaí (Euterpe oleracea Mart. and from iron-fortified manioc flour, using the hemoglobin iron-depletion-recovery method in rats. METHODS: A casein-based diet (American Institute of Nutrition - 93G, without

  10. Composição centesimal e de minerais de casca e polpa de manga (Mangifera indica L. cv. Tommy Atkins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Marques

    2010-12-01

    Full Text Available O Brasil produz cerca de 140 milhões de toneladas de alimento por ano; entretanto, a fome ainda é um dos maiores problemas enfrentados por grande parte da sua população. O aproveitamento integral de alimentos é uma alternativa para suprir as necessidades nutricionais e contribuir para reduzir o lixo orgânico. Nesse sentido, cascas, talos, sementes e outras partes, tradicionalmente não utilizadas como alimentos, podem ser incorporadas na dieta alimentar. Estudos revelam que cascas de muitas hortifrutícolas possuem mais nutrientes que determinadas polpas, a parte tradicionalmente consumida. No entanto, o conhecimento sobre a concentração de metais pesados nessas frações também é importante, uma vez que podem provocar intoxicações alimentares, se consumidos, mesmo em concentrações reduzidas. O Brasil é o sétimo produtor mundial de manga e dentre as cultivares de importância comercial, a cv. Tommy Atkins é a mais plantada e exportada pelo Brasil. A pesquisa teve como objetivo determinar a composição centesimal e o perfil de macro e microminerais, inclusive, os elementos-traço, da casca e da polpa de manga cv. Tommy Atkins. A maior fração da composição centesimal da casca estudada foi a umidade, seguida dos carboidratos totais, com destaque para o teor de fibra alimentar total (FAT, que representou cerca 11% dessa quantidade. Já os teores de proteína e de cinzas apresentaram cerca de 2,5%, enquanto a fração lipídica foi inferior aos demais componentes. O perfil de minerais da casca revelou que as concentrações desses elementos foram superiores aos encontrados na polpa, exceto para zinco e ferro. As concentrações de metais pesados presentes na casca, em função das concentrações menores que 0,1 mg/100g, possibilitam a sua utilização na alimentação humana. A composição centesimal e perfil mineral da casca da manga demonstraram a sua importância nutricional e a possibilidade da utilização dessa parte, at

  11. Substituição parcial do farelo de soja pela farinha de carne e ossos em dietas para juvenis de tilápia-do-nilo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Gianini Abimorad

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da substituição parcial do farelo de soja pela farinha de carne e ossos em dietas para juvenis de tilápia-do-nilo na digestibilidade, na saúde, no desempenho e no custo de arraçoamento. O experimento foi conduzido durante 14 semanas, com 400 juvenis (4,9±0,6 g distribuídos ao acaso em 16 tanques. Os peixes foram alimentados com quatro dietas contendo 0, 15, 30 e 45% de substituição da proteína do farelo de soja pela proteína da farinha de carne e ossos. Foram avaliados parâmetros de desempenho, digestibilidade, hematologia e custo de arraçoamento. Os melhores resultados para ganho em peso e conversão alimentar aparente foram observados com 40 e 32% de substituição, respectivamente. O menor custo de arraçoamento foi obtido com 30 e 45%. Houve efeito linear decrescente dos coeficientes de digestibilidade aparente da proteína com o aumento nos níveis de farinha de carne e ossos. Os peixes alimentados com dietas contendo até 24% de substituição apresentam aumento da concentração de hemoglobina. A dieta com 32% de substituição da proteína do farelo de soja pela proteína da farinha de carne e ossos promove melhor conversão alimentar para tilápia-do-nilo.

  12. Propriedades de chapas de flocos fabricadas com adesivo de uréia-formaldeído e de taninos da casca de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden ou de Eucalyptus pellita F. Muell. Properties of flakeboards made from urea-formaldehyde and bark tannins adhesives of Eucalyptus grandis or Eucalyptus pellita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica de Cássia Oliveira Carneiro

    2004-10-01

    Full Text Available Os taninos foram extraídos da casca de Eucalyptus grandis e Eucalyptus pellita, com água quente, à qual se adicionaram 4,5% de sulfito de sódio, durante três horas. As temperaturas da solução foram iguais a 70 e 100 ºC para Eucalyptus grandis e Eucalyptus pellita, respectivamente. Para a produção dos adesivos e com o intuito de reduzir a sua viscosidade, os taninos foram sulfitados com sulfito de sódio e ácido acético. Formulações adesivas foram preparadas adicionando-se 0, 25, 50, 75 ou 100% de adesivos tânicos ao adesivo comercial de uréia-formaldeído. Foram fabricadas chapas de flocos de Pinus elliottii Engelm. e Eucalyptus grandis, utilizando-se 8% da formulação adesiva. As propriedades das chapas foram determinadas segundo a norma ASTM D-1037, de 1993. Observou-se que as propriedades das chapas foram superiores ao mínimo estabelecido pela norma ANSI/A 280.1-93, exceto no caso da resistência à umidade. Verificou-se, ainda, que o emprego de uma formulação adesiva contendo resina à base de uréia-formaldeído e tanino-formaldeído pode melhorar algumas propriedades.Bark tannins of Eucalyptus grandis and Eucalyptus pellita were extracted with 4,5% sodium sulfite in hot water solution for a period of three hours. Solution temperatures were 70 and 100ºC, for Eucalyptus grandis and Eucalyptus pellita bark respectively. Tannins were reacted with acetic acid and sodium sulfite to reduce adhesive viscosity. Adhesive formulations were prepared adding 0, 25, 50, 75 or 100% of tannin adhesives to the commercial urea-formaldehyde adhesive. Flakeboards were fabricated with 8% resin content. Board properties were determined according to ASTM D-1037 standards. Except for humidity, all board properties were superior to the values established by ANSI.A 208.1-93 commercial standard. Addition of tannins to the urea-formaldehyde adhesive improved some properties.

  13. Casca de soja em dietas para ovinos Soybean hulls in sheep diets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Walter dos Santos

    2008-11-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a utilização de quatro níveis de casca de soja (0; 8,0; 16,0 ou 24,0% em substituição ao fubá de milho (0, 25, 50 e 75% em dietas para ovinos em confinamento. Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade dos nutrientes, o desempenho animal, a conversão alimentar e os custos com a dieta. Vinte cordeiros da raça Santa Inês com peso vivo médio inicial de 32,96 kg foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e cinco repetições. A dieta foi composta de 50% de volumoso (50% de silagem de milho e 50% de cana-de-açúcar picada e 50% de concentrado. Os concentrados foram compostos de fubá de milho, farelo de soja, mistura mineral e uréia, de modo que o fubá de milho foi gradativamente substituído pela casca de soja. Os animais foram mantidos em baias individuais com comedouro e bebedouro. Não foram observados efeitos dos níveis de casca de soja da dieta sobre o consumo de nutrientes, exceto o de FDN, que aumentou linearmente de acordo com o nível de casca de soja na dieta. Os níveis de casca de soja não influenciaram a digestibilidade dos nutrientes, o ganho de peso (0,215 kg/animal/dia e a conversão alimentar dos animais (6,20 kg MS/kg peso ganho. O aumento do nível de casca de soja de 0 e 75% na dieta reduziu os gastos com alimentação e aumentou a margem bruta de R$ 10,89 para R$ 18,63 por animal. A substituição de até 75% do fubá de milho por casca de soja na dieta não afeta o desempenho de ovinos em terminação em confinamento.The objective was to evaluate the use of four levels of soybean hulls (0.0, 8.0, 16.0 and 24.0% to replace the corn meal (0.0, 25, 50 and 75% in the diet of sheep in feedlot. Performance, nutrient digestibilities and feeding costs were evaluated. Twenty Santa Inez breed lambs with 32.96 kg BW were distributed to a completely randomized design with four diets and five replications. The diet was composed of 50% forage (50% of corn silage and

  14. Uso do pó da casca de coco na formulação de substratos para formação de mudas enxertadas de cajueiro anão precoce The use of coir dust for preparation of substrates for grafted dwarf cashew seedlings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diva Correia

    2003-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o uso de pó de coco verde e maduro na formulação de substratos para formação de mudas de cajueiro anão precoce. O experimento foi conduzido na Embrapa Agroindústria Tropical, em Fortaleza (CE. Porta-enxertos dos cajueiros foram obtidos com semente CCP06 e os enxertos, de árvores adultas CCP76, ambos clones de cajueiro anão precoce. Pó das cascas de coco verde e de coco maduro mostraram-se favoráveis ao desenvolvimento das plantas, apresentando boas características como facilidade de retirada da muda do tubete e agregação das raízes ao substrato, podendo assim, substituir o uso do solo hidromórfico, na proporção de 20%.The aim of this work was to evaluate the use of mature and immature coir dust for preparation of substrates for grafted dwarf cashew seedlings. The trial was carried out at Embrapa Agroindústria Tropical, in Fortaleza city, Ceará State. Root-stocks were obtained from seeds of CCP06 and vegetative shoots were obtained from adult plants of CCP76, both dwarf cashew clones. Results revealed that coir dust either from mature or immature fruit was suitable for seedlings growth, being able to replace the low humid glei soil at 20%. Both substrates showed great facility to remove the seedlings from liner pots as well as good root aggregation to substrates.

  15. CARACTERÍSTICAS HEMATOLÓGICAS DE JUVENIS DE TAMBAQUI (Colossoma macropomum Cuvier, 1818 ALIMENTADOS COM RAÇÕES CONTENDO FARINHA DE FOLHA DE LEUCENA (Leucaena leucocephala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Pereira JUNIOR

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar as características hematológicas de juvenis de tambaqui alimentados com rações contendo farinha de folha de leucena. O estudo foi conduzido seguindo um delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro tratamentos (0%, 8%, 16% e24% de inclusão de farinha de folha de leucena e três repetições. Foram distribuídos 250 juvenis de tambaqui com peso inicial médio de 41,1 g, em 12caixas plásticas redondas. Após 60 dias de cultivo, seis peixes por tratamento foram capturados e anestesiados para a coleta de sangue da veia caudal e determinação dos parâmetros hematológicos. Os resultados mostraram que a inclusão de farinha de folha de leucena nas rações alterou significativamente (p<0,05os parâmetros hematológicos (hematócrito, eritrócito, hemoglobina, volume corpuscular médio, concentração de hemoglobina corpuscular média e glicose plasmática dos peixes nos diferentes tratamentos. A conclusão desta pesquisa é que a inclusão de farinha de folha de leucena em rações para juvenis de tambaqui comprometeu as características hematológicas desta espécie.

  16. Inclusão da farinha de varredura de mandioca em rações de frangos de corte - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i2.4680 Inclusion of cassava waste meal inclusion in broiler diets - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i2.4680

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Rodrigues do Nascimento

    2008-08-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar o desempenho, a viabilidade econômica e as características de carcaça de frangos de corte alimentados com dietas contendo níveis de inclusão (0,0; 7,5; 15,0; 22,5 e 30,0% de farinha de varredura de mandioca (FVM. Foram utilizados 360 pintainhos de um dia, distribuídos em um delineamento em blocos casualizados com cinco tratamentos e seis repetições contendo 12 aves por parcela. Os parâmetros avaliados foram o consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, custo da alimentação, renda bruta, margem bruta e rentabilidade. Aos 42 dias, foram abatidos dois frangos por parcela para avaliação do peso: da carcaça, dos cortes, das vísceras e da gordura total, para determinar o rendimento de carcaça e calcular as porcentagens de cortes, gordura total e vísceras em relação ao peso vivo e carcaça. O peito e as coxas + sobrecoxas foram desossados para calcular os rendimentos de carne. A pigmentação das canelas das aves foi avaliada. Nos parâmetros de desempenho e avaliação econômica, não houve diferença entre os tratamentos. No peso e porcentagem da moela e pigmentação das canelas, houve efeito linear e, no rendimento da carne da coxa + sobrecoxa, houve efeito quadrático. A FVM pode ser incorporada às rações em níveis de 30%.The objective of this work was to evaluate performance, economic viability and carcass traits of broilers fed with diets containing five inclusion levels (0.0; 7.5; 15.0; 22.5 and 30.0% of cassava waste meal (FVM. Three hundred sixty one-day-old pullets were used, distributed in a randomized block design experiment with five treatments and six replications, containing twelve birds per box. The parameters evaluated were feed intake, weight gain, feed-to-gain ratio, feeding costs, gross income, gross margin and profitability. Two broilers per replication were slaughtered at 42 days in order to evaluate the weights of carcass, main cuts, offal and total fat for

  17. Produção de farinha instantânea de mandioca: efeito das condições de extrusão sobre as propriedades térmicas e de pasta - DOI: 10.4025/actascitechnol.v31i2.892

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Helena Borges Lustosa

    2009-06-01

    Full Text Available Com o avanço de tecnologias, existe a possibilidade da introdução, no mercado, de farinhas de mandioca diferenciadas, como as farinhas instantâneas, sendo esta uma alternativa de grande interesse para as indústrias processadoras de mandioca. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da temperatura de extrusão, umidade da farinha e rotação da rosca sobre as propriedades térmicas e de pasta de farinhas de mandioca extrusadas. Os resultados obtidos mostraram efeitos significativos da rotação da rosca sobre a viscosidade inicial, pico e quebra de viscosidade. O pico de viscosidade foi influenciado pelos três parâmetros de processo, não sendo observados efeitos significativos dos parâmetros sobre a viscosidade final e tendência a retrogradação. As propriedades térmicas das farinhas extrusadas não apresentaram entalpia de gelatinização residual.

  18. Alimentos funcionais no manejo da diabetes mellitus = Functional foods in the management of diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zaparolli, Marília Rizzon

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar o conhecimento e o consumo de alimentos funcionais que auxiliam no controle da Diabetes mellitus em pacientes de um hospital público de Curitiba - PR. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo transversal e quantitativo, realizado com pacientes diabéticos hospitalizados (Hospital de Clínicas/UFPR, no período de dezembro de 2011 a março de 2012. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário, através do qual se obteve informações sobre o conhecimento de alimentos funcionais e consumo de cinco alimentos funcionais importantes no controle da diabetes: alho, batata yacon, cebola, farinha de casca de maracujá e linhaça. Os dados coletados foram tabulados no programa Libre Office 3. 5® e após isso se realizou análise estatística descritiva. Resultados: Observou-se que somente 12 pacientes (35,29% da amostra haviam recebido informações anteriormente sobre alimentos funcionais e apenas 11 (32,35% responderam saber da importância desses alimentos no controle da diabetes. Dos cinco alimentos funcionais estudados, o alho e a batata yacon foram os que apresentaram maior consumo entre os diabéticos. Conclusão: O conhecimento de alimentos funcionais bem como seu consumo é pequeno por parte de pacientes diabéticos. Há a necessidade de uma maior intervenção por parte dos profissionais da Nutrição na orientação do consumo desses alimentos na dieta habitual dos diabéticos, visando promover um melhor controle da diabetes mellitus

  19. Estudo da atividade antimicrobiana dos ácidos anacárdicos do óleo da casca da castanha de caju (CNSL dos clones de cajueiro-anão-precoce CCP-76 e CCP-09 em cinco estágios de maturação sobre microrganismos da cavidade bucal Study of the antibacterial activity of anacardic acids from the cashew Anacardium occidentale nut shell oil of the clone of cashew-midget-precocious CCP-76 and and CCP-09 in five stages of maturation on oral microorganisms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto de A. LIMA

    2000-12-01

    Full Text Available A atividade antimicrobiana dos ácidos anacárdicos do óleo da casca da castanha de caju (CNSL Anacardium occidentale (Anacardiaceae foi estudada sobre os microrganismos da cavidade bucal Streptococcus mutans ATCC 25175, Staphylococcus aureus ATCC 12598, Candida albicans ATCC 10231 e Candida utilis. Os ácidos anacárdicos obtidos dos extratos etílicos do CNSL apresentaram atividade antibacteriana contra os microganismos citados, porém a maior atividade inibitória ocorreu sobre a bactéria Gram positiva Streptococcus mutans, considerada predominante na cárie dentária. As cáries dentárias são uma das mais freqüentes doenças infecciosas nos países em desenvolvimento. Os elementos que influenciam na cárie dentária incluem o estado nutricional, a ingestão de açúcar e a presença da microbiota cariogênica.The antimicrobial activity of the anacardic acids of the cashew nut shell oil Anacardium occidentale (Anacardiaceae was studied on the oral microorganisms Streptococcus mutans ATCC 25175, Staphylococcus aureus ATCC 12598, Candida albicans ATCC 10231 and Candida utilis. The anacardic acids obtained from the ethyl extract of the cashew nut shell oil presented activity antibacterial against the mentioned microorganisms, but the most inhibitory activity occurred with the Gram positive bacteria Streptococcus mutans, which is known to be one of the main cause of tooth decay. The tooth decay is one of the most frequent infectious diseases in the countries in development. The elements that influence in the tooth decay include the nutritional state, the ingestion of sugar and the presence of the microflora cariogênica.

  20. Avaliação de concretos autoadensáveis com baixos consumos de cimento incorporando metacaulim, pozolana da casca do arroz, fíler calcário e adição de cal hidratada

    OpenAIRE

    Fonseca, Thiago Vieira

    2016-01-01

    O concreto autoadensável (CAA) possui elevado teor de materiais finos e vem sendo bastante utilizado devido as suas características de alta fluidez e coesão. Os finos provindos de resíduos ou subprodutos industriais podem vir a ser usados em prol da sustentabilidade, minimizando consideravelmente o consumo de cimento associado à possibilidade de manter, ou melhorar, as propriedades mecânicas ou de durabilidade. Desta forma, o presente trabalho investigou a viabilidade do desenvolvimento de CA...

  1. Tilapia by-product meal in rations for Nile tilapia (Oreochromis niloticus fingerlings/ Farinha de resíduos da filetagem de tilápia em rações para alevinos de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson Reidel

    2005-06-01

    Full Text Available Objectifying to evaluate the inclusion of tilapia processing residues (FT in the feeding of Nile tilapia (Oreochromis niloticus fingerlings, 125 Nile tilapia fingerlings (with average initial weight of 0.72±0.19g were distributed in a completely randomized design with five treatments and five repetitions in 25 aquariums (30L. The rations were formulated to contain 0, 5, 10, 15% of FT and 0% FT plus methionine (0+met. Isoproteics, isocalcitics, isophosphorics and isoenergetics diets were used. After 28 days of experiment, final weight (PF, weight gain (GP, feed conversion ratio (CA and survival (SO, were evaluated. No differences were observed (P>0.05 for the studied parameters. It was concluded that the FT can be used up to 15% in substitution to the soybean meal in the diet of nile tilapia fingerlings.Objetivando avaliar a inclusão de farinha de resíduos da filetagem de tilápias (FT na alimentação de alevinos de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus, foram utilizados 125 alevinos de tilápia do Nilo com peso inicial médio de 0,72±0,19g, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e cinco repetições, em 25 aquários (30L cada. As rações foram formuladas de forma a conterem 0, 5, 10, 15% de FT e 0% de FT mais metionina (0+met, sendo as mesmas isoenergéticas isoprotéicas, isocalcíticas e isofosfóricas. Após 28 dias de experimento foram avaliados as médias de peso final (PF, ganho de peso (GP, conversão alimentar aparente (CA e sobrevivência (SO. Não foram observadas diferenças (P>0,05 entre os parâmetros avaliados. Conclui-se que a FT pode ser utilizada em até 15% em substituição ao farelo de soja em rações para alevinos de tilápia sem causar prejuízo ao seu desempenho.

  2. Estabilidade de farinha de batata-doce biofortificada Stability of biofortified sweet potato flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Vercelino Alves

    2012-03-01

    Full Text Available A farinha de batata-doce, quando elaborada a partir de raízes com alto teor de β-caroteno, é fonte de pró-vitamina A, que apresenta efeitos benéficos na saúde humana. Visando contribuir com o suprimento de vitamina A na alimentação de populações carentes, a EMBRAPA tem selecionado e melhorado culturas via biofortificação, como da batata-doce, e pesquisado o desenvolvimento de produtos com esta matéria-prima biofortificada. Complementando esses desenvolvimentos, o objetivo deste estudo foi comparar o efeito do tipo de embalagem e do sistema de acondicionamento do produto na preservação de carotenoides de farinha de batata-doce biofortificada. A farinha foi acondicionada com e sem vácuo, em embalagens com diferentes barreiras ao oxigênio, vapor d'água e luz (PET/Al/PEBD, PETmet/PEBD, PEBD/PA/PEBD e PEBD e estocada a 25 °C/75%UR com e sem exposição à luz por um ano. Perdas de 50% de carotenoides totais e β-caroteno ocorreram na farinha em PETmet/PEBD e PEBD sem vácuo, aos 50 dias de estocagem, em razão do teor de oxigênio residual presente no espaço livre e também da alta permeação de oxigênio pelo material no caso do PEBD, no qual a composição do ar foi mantida durante todo o estudo. Perdas de 50% de carotenoides ocorreram aos 90 dias com ou sem exposição à luz no produto em PEBD/PA/PEBD com vácuo, indicando que a reação de oxidação de carotenoides sob luz se restringe apenas à farinha em contato com a superfície da embalagem. Sob vácuo e em PETmet/PEBD, os teores de carotenoides na farinha diminuíram ligeiramente e foram mantidos no PET/Al/PEBD, até 360 dias de estocagem. Os resultados indicaram que a redução do teor de oxigênio no espaço livre da embalagem por meio da aplicação de vácuo aliada ao uso de materiais de embalagem com barreira ao oxigênio da ordem de grandeza de PET com metalização barreira são os fatores mais importantes na preservação de carotenoides em farinha de batata

  3. Substituição do milho por casca de soja: consumo, rendimento e características de carcaça e rendimento da buchada de caprinos - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i1.3606 Replacing corn with soybean hull: intake, carcass yield and characteristics, and yield of “buchada” of goats - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i1.3606

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Fernando Ramos de Carvalho

    2008-06-01

    Full Text Available Foram utilizados, em um delineamento inteiramente casualizado, 32 caprinos mestiços de anglo-nubiano, machos castrados, com o objetivo de avaliar os efeitos da substituição do milho por casca de soja nos níveis de 0, 33, 66 e 100%, em dietas baseadas em palma forrageira (Nopalea cochenilifera Salm Dyck sobre o consumo e rendimento de carcaça. A elevação no nível de casca de soja aumentou linearmente (p Thirty-two Anglo-Nubian crossbred castrated male goats were utilized in a completely randomized design to evaluate the effect of replacing corn with soybean hull in diets based on cactus forage (Nopalea cochenilifera Salm Dyck at levels of 0, 33, 66 and 100%, measured for intake and carcass yield. The rise in soybean hull levels increased neutral detergent fiber intake linearly (p < 0.05 and reduced the intake of non-fiber carbohydrates. However, live slaughter weight, empty body weight, freezing losses, hot carcass weight and yield, cold carcass and “buchada” (gut were not influenced. Fasting losses presented quadratic behavior (p < 0.05 while true and freezing yields increased linearly (p < 0.05. The carcass compactness index, the cuts and their respective yields were not influenced by the replacement of corn with soybean hull level, except for the shoulder cut, which presented quadratic behavior (p < 0.05. Total replacement of corn reduced feeding costs by 15.4%. Soybean hull can represent an alternative in the feeding of goats in confinement fed a cactus forage-based diet.

  4. Caracterização física e mecânica de um compósito de polipropileno reciclado e farinha de madeira sem aditivos

    OpenAIRE

    Battistelle, Rosane; Viola, Natalia Martin; Bezerra, Barbara Stolte; Valarelli, Ivaldo De Domenico

    2014-01-01

    Compósitos de matriz polimérica reciclada reforçados com farinha de madeira podem ser uma alternativa viável para a substituição da madeira e de polímeros virgens em materiais empregados em pisos, batentes de portas, janelas e revestimentos externos. O objetivo desta pesquisa foi determinar alguns parâmetros físicos e mecânicos de compósito com farinha de madeira de Pinus taeda e elliotti e polipropileno reciclado, sem o emprego de compatibilizantes ou aditivos. Os compósitos foram separados ...

  5. Efeito da adição de farinha de linhaça à dieta sobre a concentração de colesterol e ácidos graxos em camarões

    OpenAIRE

    Santos,F.L.; Azeredo,V.B.; Andrade,C.T.; Marques,I.P.; Romeiro,G.A.; Araújo,K.G.L.

    2013-01-01

    Avaliou-se a expressão de ácidos graxos, macronutrientes e colesterol de camarões-da-malásia alimentados com dieta adicionada de sementes de linhaça. Quinhentos camarões foram distribuídos em dois grupos e alimentados durante 90 dias com dietas contendo: 1) lipídeo proveniente de linhaça e 2) óleo de soja (controle). A concentração de proteína foi maior (Р

  6. Características de carcaça de cordeiros Texel x Bergamácia, Texel x Santa Inês e Santa Inês puros, terminados em confinamento, com casca de café como parte da dieta Carcass characteristics of Texel x Bergamacia, Texel x Santa Inês and pure Santa Inês lambs, finished in confinement with coffee hull as a part of the diet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iraides Ferreira Furusho Garcia

    2000-02-01

    Full Text Available RESUMO - Trinta e seis cordeiros (18 machos inteiros e 18 fêmeas de três diferentes grupos genéticos: 12 cordeiros cruzas Texel x Bergamácia (T x B, 12 cordeiros cruzas Texel x Santa Inês (T x S e 12 cordeiros puros Santa Inês (SI foram alimentados com três diferentes dietas experimentais: A- sem casca de café; B. com casca de café in natura; e C- com casca de café, tratada com uréia e grão de soja moído. Os pesos das carcaças quente e fria, o rendimento de carcaça quente (RC, a quebra de peso da carcaça devido ao resfriamento, as medidas de comprimento interno e total da carcaça, o comprimento de perna, o comprimento total de perna (CTP, o perímetro da garupa (PG, a largura da garupa (LG, a profundidade do tórax (PT e a gordura subcutânea (GS, de acordo com a dieta, o grupo genético e sexo foram avaliados. Não houve efeito das dietas sobre as variáveis avaliadas. Os cordeiros cruzas T x B e T x S apresentaram menor CTP e maiores PG, LG e GS. Os cordeiros T x B apresentaram valores superiores para PT. Houve superioridade dos animais cruzados nos pesos das carcaças quente e fria, não ocorrendo diferenças para o rendimento da carcaça quente entre os grupos genéticos. Não houve diferença entre machos e fêmeas para GS. As fêmeas apresentaram melhor RC que os machos. Para as outras características, os machos mostraram valores superiores em relação às fêmeas.ABSTRACT - Thirty six lambs (18 male and 18 female from three different genetic groups: 12 lambs Texel x Bergamacia, (T B, 12 lambs Texel x Santa Inês (T S and 12 lambs pure Santa Inês (SI were fed with three different experimental diets: A - without coffee hulls; B - with in natura coffee hull and; C - with coffee hull, treated with urea and whole ground soybean seed. The hot carcass weight (CQ, cold carcass weight (CF, hot carcass dressing (RC, cooling weight loss (QR and the measures of internal length (CI, and total (CE, leg length (CP, total leg length

  7. ESTUDO DA ESTABILIZAÇÃO GRANULOMÉTRICA E QUÍMICA DE MATERIAL FRESADO COM ADIÇÃO DE CIMENTO PORTLAND E CINZA DE CASCA DE ARROZ PARA APLICAÇÃO EM CAMADAS DE PAVIMENTOS

    OpenAIRE

    Gustavo Menegusso Pires

    2014-01-01

    O transporte rodoviário é de grande importância para muitos países, no Brasil isso pode ser ainda mais extremo devido à concentração da movimentação das cargas através deste modal. Sabemos também que os custos de manutenção são elevados, forçando os gestores e pesquisadores a encontrar sempre novas alternativas para melhorar o aproveitamento dos materiais, diminuir o consumo de energia, agilizar as intervenções de restauração, entre outros. Outro fator importante que se destaca é a questão am...

  8. Efeito da adição de farinha de linhaça à dieta sobre a concentração de colesterol e ácidos graxos em camarões

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.L. Santos

    2013-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a expressão de ácidos graxos, macronutrientes e colesterol de camarões-da-malásia alimentados com dieta adicionada de sementes de linhaça. Quinhentos camarões foram distribuídos em dois grupos e alimentados durante 90 dias com dietas contendo: 1 lipídeo proveniente de linhaça e 2 óleo de soja (controle. A concentração de proteína foi maior (Р<0,05 para o grupo-linhaça, 15,8±0,09%, em relação ao grupo-controle, 15,2±0,04%. O peso corporal também se apresentou maior no grupo-linhaça, 1,38±0,93g, em relação ao grupo-controle, 0,93±0,48g. O grupo-linhaça apresentou teor de colesterol de 120,8±23,9mg/100g e o grupo-controle, 130,2±13,9mg/100g, porém sem diferença estatística significativa. Em relação ao perfil lipídico, a suplementação da dieta com linhaça influenciou a incorporação do ácido oleico (C18:1, ω-9 e melhorou a relação ω-6/ω-3 na carne do camarão (Р<0,05. Concluiu-se que a adição de linhaça à ração promoveu importantes modificações na qualidade nutricional dos tecidos do camarão.

  9. Inclusão de diferentes níveis de casca de soja moída em dietas isoenergéticas para suínos em crescimento e terminação Different inclusion levels of soybean hull on isoenergetic growing-finishing pig diets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlei Rodrigues Bonet de Quadros

    2008-04-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido com o objetivo de verificar o efeito da inclusão de diferentes níveis de casca (CS de soja em dietas isoenergéticas para suínos em crescimento e terminação. Quarenta suínos híbridos, machos castrados e fêmeas, com peso inicial de 27,8 ± 2,1kg, foram bloqueados por peso e distribuídos ao acaso em cinco tratamentos, com quatro repetições de dois animais/baia (unidade experimental. Os tratamentos consistiram da inclusão de 0; 4; 8; 12 e 16% de CS moída (2,5mm em dietas isoenergéticas (16,4 e 15,0% PB e 3.385 e 3.390kcal ED kg-1 para as fases de crescimento e terminação, respectivamente. Nenhuma variável de desempenho foi influenciada pela inclusão de CS nas dietas. Os níveis crescentes de CS promoveram redução linear da espessura de toucinho (ET, do rendimento de carcaça quente (RCQ e do rendimento de carcaça fria (RCF e aumento da quebra por resfriamento (QR. Para as variáveis peso de carcaça quente (PCQ e peso de carcaça fria (PCF, foram observados efeitos quadráticos, sendo os menores valores observados com 8,0% de inclusão de CS. O aumento do nível de CS na dieta elevou a QR, que piorou o rendimento de carcaça e diminuiu a ET. Não houve diferença para comprimento de carcaça, peso de pernil, área de olho de lombo e relação carne: gordura. Os resultados sugerem que a inclusão de até 16% de CS nas dietas dos suínos em crescimento/terminação não altera seu desempenho e pode produzir carcaças mais magras.The experiment was carried out to verify the effect of different soybean hull (SH inclusion levels on isoenergetic growing-finishing pig diets. Forty crossbred pigs, barrows and gilts, with 27.8 ± 2.1kg of BW, were blocked according to the weight and distributed in a randomized way in five treatments, with four replicates of two pigs per pen (experimental unit. The treatments consisted of the inclusion of 0; 4; 8; 12 and 16% of ground SH (2.5mm on isoenergetic diets (16.4 and

  10. Características produtivas e digestibilidade da farinha de folhas de mandioca em dietas de frangos de corte com e sem adição de enzimas Productive traits and digestibility of cassava leaf meal in broiler diets with or without addition of enzymes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hunaldo Oliveira Silva

    2000-06-01

    Full Text Available Experimentos foram realizados a fim de determinar a digestibilidade (Experimento 1 e o efeito da inclusão de farinha de folhas de mandioca (FFM com e sem a adição de complexos multienzimáticos (CME em dietas de frangos de corte machos (Experimento 2, de linhagem Hubbard. Os CME utilizados foram compostos de Energex (beta-glucanase, pectinase, hemicelulase e Bio-Feed Alpha (beta-glucanase, amilase. No Experimento 1, utilizaram-se aves com 21 dias de idade, com o nível de inclusão 0-41,67% de FFM, para medir o coeficiente de digestibilidade da energia bruta e fibra bruta (CDEB/CDFB e determinar os valores de energia metabolizável aparente e corrigida (EMA/EMAn. No Experimento 2, utilizaram-se aves de 1-21 dias de idade, com níveis de inclusão de 0-10,34% de FFM, para avaliar o consumo médio de ração (CMR, o ganho de peso médio (GPM e a conversão alimentar média (CAM. No Experimento 1, houve diferença para os valores do CDEB, CDFB, EMA e EMAn, ocorrendo diminuição na digestibilidade, à medida que se elevaram os níveis de inclusão de FFM na dieta basal. Com a adição dos CME, evidenciou-se melhora nas características analisadas. A determinação dos valores de EMA e EMAn foram de 1697 e 1694 kcal/kg/MS FFM, respectivamente. No Experimento 2, o nível de maior inclusão de FFM foi o que apresentou o pior resultado para as características CMR, GPM e CAM, enquanto o nível 5,17% de FFM não prejudicou o desempenho dos animais. A adição do CME não melhorou o valor nutritivo da FFM.Experiments were carried out to determine the digestibility (Experiment 1 and the effect of the inclusion of cassava leaf meal (CLM with and without the addition of multi-enzyme complexes (MEC in male broiler diets (Experiment 2 of the Hubbard strain. The MECs used were made up of Energex (beta-glucanase, pectinase, hemicellulose and Bio-Feed Alpha (beta-glucanase, amylase. In Experiment 1, birds with 21 days of age were used, with the level of

  11. Composição químico-bromatológica e degradabilidade In Situ da matéria seca, proteína bruta e fibra em detergente neutro da casca do fruto de três variedades de maracujá (Passiflora spp Chemical composition and In situ degradability of dry matter, crude protein and neutral detergent fiber of three varieties passion fruit (Passiflora spp shelves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Villela Vieira

    1999-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição químico-bromatológica e as degradabilidades potenciais e efetivas da matéria seca (MS, proteína bruta (PB e fibra em detergente neutro (FDN do resíduo (casca das variedades de maracujá amarela (Passiflora edulis f. Flavicarpa Degener, roxa (Passiflora edulis Sims e doce (Passiflora alata e da mistura das variedades amarela e roxa. Calcularam-se, também, o consumo de MS e as concentrações de amônia, ácidos graxos voláteis e pH no líquido ruminal e a taxa de passagem das fases líquida e sólida da digesta no rúmen de bovinos. Os resíduos (casca in natura apresentaram grande quantidade de água, enquanto a variedade roxa apresentou o maior teor de matéria seca (17,01% e o amarelo, o menor (10,78%. O teor de proteína bruta variou de 9,82% na MS, para a variedade amarela, a 7,53%, para a doce. O teor de fósforo foi 0,13% na MS para a variedade doce, chegando a 0,09, para a roxo, e 0,08%, para a amarelo. Os teores de cálcio, FDN e FDA não diferiram entre as variedades. Às 48 horas de incubação no rúmen, a degradabilidade atingiu ponto máximo para o teor de MS, PB e FDN. Houve interação de tempo e variedade na degradabilidade de MS, PB e FDN. As degradabilidades de PB e FDN foram influenciadas pelas variedades. A DE da FDN foi maior para a mistura (45,85% e menor para a doce (34,61%. O consumo médio de MS foi de 16,90 kg/animal, equivalente a 3,27% do peso vivo ou 156,11 g/kg0,75, quando se utilizou farelo de casca (resíduo com 90% de MS. As concentrações de ácidos graxos voláteis mantiveram-se na faixa de 7,76 a 10,87 mmoles/100 mL. O pH do líquido ruminal variou de 6,03 a 6,75 e o N-amoniacal, de 4,93 a 9,86 mg/100 mL.Chemical composition and the potential and effective degradabilities of dry matter (DM, crude protein (CP and neutral detergent fiber (NDF of passion fruit residue (shelves were studied in the varieties yellow (Passiflora edulis f. Flavicarpa Degener

  12. Utilização da casca de café na alimentação de suínos nas fases de crescimento e terminação Coffee hulls utilization in growing and finishing pigs feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Rocio Poveda Parra

    2008-03-01

    Full Text Available Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de determinar os valores nutricionais das cascas de café melosa (CM e seca (CS e avaliar seus níveis de inclusão sobre o desempenho e as características da carcaça de suínos nas fases de crescimento e terminação. As cascas foram moídas em peneiras de 2,5 mm (CM2 e CS2 e 4,0 mm (CM4 e CS4. No experimento I, foram conduzidos dois ensaios de digestibilidade, utilizando 15 suínos machos castrados, com peso inicial de 45,7 ± 4,12 kg e de 77,5 ± 6,28 kg para as fases de crescimento e terminação, respectivamente. Os valores de ED (kcal/kg para CM2, CM4, CS2 e CS4 foram 2.494, 2.498, 1.236 e 1.345. A CM apresentou valores de energia digestível (ED superiores à CS; entretanto, a moagem não melhorou os valores de ED. No experimento II, foram utilizados 40 suínos híbridos comerciais com peso inicial de 33,42 ± 0,53 kg e de 59,0 ± 4,17 kg para as fases de crescimento e terminação, respectivamente. Foram avaliados cinco níveis de inclusão (0, 5, 10, 15 e 20% de CM4. Na fase de crescimento, o consumo diário de ração (CDR apresentou diferença no último nível de inclusão (20% quando comparado à ração-testemunha (RT. Foi observada redução linear do ganho diário de peso (GDP com o aumento dos níveis de inclusão da CM4. A conversão alimentar (CA foi semelhante entre os níveis de inclusão e a RT. Na fase de terminação, houve redução linear do CDR com o aumento dos níveis de inclusão da CM4. Houve efeito quadrático para o GDP, que foi melhor no nível de inclusão de 8,43%. Os valores de espessura de toucinho dos tratamentos com CM4 foram menores quando comparados à RT nas duas fases. Houve redução linear do peso de carcaça quente e peso de pernil nos níveis de inclusão. O rendimento de carcaça quente piorou com cada nível de inclusão em relação à RT. Os resultados sugerem que a CM pode ser incluída em níveis de até 5,0% na fase de crescimento e 9,5% na

  13. Estudo do amido de farinhas comerciais comestíveis Characterization of commercial edible starch flours

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca N. B. Lima

    2012-01-01

    Full Text Available O amido em quatro tipos de farinhas comerciais para uso doméstico em preparações culinárias foi caracterizado pelas técnicas de espectroscopia de absorção na região do infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR, difração de raios X (DRX, análise termogravimétrica e ressonância magnética nuclear de baixo campo, por meio da determinação do tempo de relaxação spin-rede do núcleo de hidrogênio (T1H.Four commercial flour samples with starch components were studied. They were characterized by Infrared spectroscopy, X-ray diffraction, thermogravimetric analysis and low field NMR (T1H.

  14. Avaliação da substituição do milho pela mandioca e seus resíduos na digestibilidade aparente em novilhas confinadas Evaluation of cassava and its industrial residues replacing corn in the apparent digestibility for feedlot heifers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Ferriani Branco

    1999-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a substituição do milho pela casca de mandioca, farinha de varredura ou raspa de mandioca sobre a digestibilidade aparente da matéria seca (MS, matéria orgânica (MO, proteína bruta (PB, energia bruta (EB, fibra em detergente neutro (FDN, fibra em detergente ácido (FDA e amido (AM, utilizando a cinza insolúvel em ácido (CIA como indicador interno em novilhas confinadas. Foram utilizadas 28 novilhas mestiças, com aproximadamente 24 meses de idade e peso médio inicial de 365kg, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, nos quatro tratamentos e sete repetições. A substituição do milho pela raspa de mandioca aumentou o coeficiente de digestibilidade aparente da MS, PB, MO, EB e AM. O coeficiente de digestibilidade aparente da FDN foi semelhante entre rações com casca e com raspa de mandioca. O coeficiente de digestibilidade aparente da FDA foi menor para a ração com farinha de varredura e semelhante para as demais rações.The objective of this work was to study the effect of replacement of corn meal by cassava hulls, cassava meal or cassava roots on apparent digestibility coefficient of dry matter, organic matter, crude protein, crude energy, neutral detergent fiber, acid detergent fiber and starch. Ash insoluble acid (AIAwas used as an internal indicator, in heifers. Twenty-eight crossbred heifers, averaging 365kg live weight and 24 months old, were used in a complete randomized design to test four diets with seven repetitions. The replacement of corn by cassava roots increased the apparent digestibility coefficient of dry matter, organic matter, crude protein, crude energy and starch. The apparent digestibility coefficient of the neutral detergent fiber was similar in diets with cassava hulls and diets with cassava roots. The apparent digestibility coefficient of the acid detergent fiber was smaller for cassava meal and similar for other diets.

  15. Incorporação de cinza de lenha, lodo de estação de tratamento de água e cinza de casca de arroz em massa cerâmica: utilização da técnica de planejamento Grog incorporation in ceramic mass to manufacture of bricks: a study of the physical-mechanical properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. N. M de Medeiros

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um estudo das propriedades físico-mecânicas de massas cerâmicas com a incorporação de resíduos de cinza de lenha, lodo de estação de tratamento de água e cinza de casca de arroz, visando a sua futura utilização na produção de blocos. Os procedimentos metodológicos consistiram na caracterização química e mineralógica, na análise granulométrica e no delineamento de misturas com argila e resíduos por meio da técnica de planejamento. Foram produzidos corpos de prova por prensagem, com variações de composições no intervalo de 0 a 50% de resíduo e 50 a 100% de argila. A queima foi realizada em forno tipo mufla. As propriedades físico-mecânicas avaliadas foram absorção de água e módulo de ruptura à flexão. Como resultados principais, concluiu-se sobre a viabilidade em se utilizar composições com até 25% de resíduo nas temperaturas de 800, 900 e 1000 ºC.This paper presents a study of the physical and mechanical properties of ceramic mass with the incorporation of waste ash wood, sludge from water treatment and rice husk ash to determine whether its future use manufacture of bricks. The procedures consisted in the chemical and mineralogical characterization, particle size analysis and design of mixtures with clay and waste through planning technique. Bodies were produced by uniaxial pressing, with variations of compositions in the range of 0 to 50% waste and 50 to 100% clay. The burning was carried out in muffle furnace. The physical and mechanical properties evaluated were water absorption and modulus of rupture strength. The main result, it was concluded on the feasibility of using compositions with up to 25% of waste at temperatures of 800, 900 and 1000ºC.

  16. Changes in physical properties of extruded sour cassava starch and quinoa flour blend snacks Mudanças nas propriedades físicas de snacks extrusados de misturas de polvilho azedo e farinha de quinoa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Giolo Taverna

    2012-12-01

    Full Text Available Given the broad acceptance of sour cassava starch biscuits in Brazil and the nutritional quality of quinoa flour, this study aimed to evaluate the effect of extrusion temperature, screw speed, moisture, and amount of quinoa flour on the physical properties of puffed snacks. Extrusion process was carried out using a single-screw extruder in a factorial central composite design with four factors. Effects of moisture and amount of quinoa flour on the expansion index and specific volume of snacks were observed. There was a pronounced increase in water solubility index of blends with the extrusion process with significant effects of all process parameters on the WSI. Higher water absorption index (WAI was observed under high temperature, low moisture, and lower quinoa flour amount. Temperature and amount of quinoa flour influenced the color of the snacks. A positive quadratic effect of quinoa flour on hardness of products was observed. Blends of sour cassava starch and quinoa flour have good potential for use as raw material in production of extruded snacks with good physical properties.Dada a ampla aceitação do biscoito de polvilho azedo no Brasil e a qualidade nutricional da farinha de quinoa, este trabalho objetivou avaliar o efeito da temperatura de extrusão, rotação da rosca, umidade e porcentagem de farinha de quinoa sobre as propriedades físicas de snacks expandidos. O processo foi realizado em extrusor monorrosca, seguindo o delineamento central composto rotacional para quatro fatores. Foi observado o efeito da umidade e da porcentagem de farinha de quinoa sobre o índice de expansão e volume específico. Houve um aumento pronunciado na solubilidade das misturas com o processo de extrusão, com efeitos significativos de todos os parâmetros de processo no ISA. Maior índice de absorção de água (IAA foi observado em alta temperatura, baixa umidade e menor porcentagem de farinha de quinoa. Temperatura e porcentagem de farinha de

  17. Viabilidade do emprego de cinza de casca de arroz natural em concreto estrutural (parte II: durabilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Cechella Isaia

    Full Text Available Resumo Os resíduos incorporados aos materiais de construção devem ser usados, se possível, sem processamentos, para evitar o aumento dos impactos ambientais e custos adicionais. A cinza de casca de arroz (CCA é uma pozolana que deve ser previamente moída, para aumentar a finura e a reatividade com o cimento, quando empregada como material cimentício. Este trabalho estuda cinza de casca de arroz natural (CCAN sem processamento em substituição parcial de 15% de cimento, em massa, para uso em concreto estrutural, cominuída por moagem conjunta com os agregados no tambor da betoneira. Na parte I desta pesquisa, já publicada, são apresentados os resultados de microestrutura, resistência mecânica e retração, também para o teor de 25%, e nesta parte II são mostrados os dados dos ensaios de durabilidade (carbonatação, penetração de cloretos, resistividade, absorção d'água, permeabilidade ao oxigênio, absorção capilar e reação álcali-sílica - RAS, comparados ao concreto referência com 100% de cimento e, ainda, com CCA moída previamente (CCAM. Os resultados mostram que 15% de CCAN é factível de ser empregado em concreto porque apresenta desempenho superior ao concreto referência, quando usado cimento com pozolanas e próximos ou até superiores às misturas de CCAM, para grande parte das variáveis estudadas. Conclui-se que 15% de CCAN para concreto estrutural é viável e traz maior sustentabilidade.

  18. As estratégias das indústrias de farinha de trigo e de massas alimentícias do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pascoal José Marion Filho

    2011-04-01

    Full Text Available A pesquisa identifica as estratégias praticadas nas indústrias de farinha de trigo e de massas alimentícias do Rio Grande do Sul no ano de 2007. É uma pesquisa exploratória baseada nas estratégias competitivas de Porter (1980 e de Mintzberg (1988, que utiliza na análise dados de questionários respondidos pelas empresas. Os resultados da pesquisa mostram que entre as estratégias de Porter, destacam-se a de custos mais baixos, na indústria de farinha de trigo, e a diferenciação, na indústria de massas. Entre as tipologias de Mintzberg, a qualidade do produto é considerada pelos gestores como sendo o grande diferencial competitivo nas duas indústrias.

  19. Pirólise rápida de casca de arroz: estudo de parâmetros e caracterização de produtos

    OpenAIRE

    Suelen Rodrigues Almeida

    2010-01-01

    A pirólise (aquecimento em atmosfera inerte) é uma das formas de aproveitamento dos resíduos da agroindústria, gerando o bio-óleo (produto condensável), gases e resíduo sólido (sílico-carbonoso) com utilidades diversas, tanto para fins energéticos como outras utilizações industriais. Neste trabalho estudou-se a pirólise rápida da casca de arroz usando um forno tubular e um reator de leito fixo. Após otimização do processo de pirólise (7 g de casca de arroz moída, pirolisada a 700ºC com uma ta...

  20. Studies of chemical and enzymatic characteristics of Yacon (Smallanthus sonchifolius and its flours Estudo das carcaterísticas químicas e enzimáticas de Yacon (Smallanthus sonchifolius e suas farinhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juciane de Abreu Ribeiro Pereira

    2013-03-01

    Full Text Available Due to the importance of studies on yacon related to health, its in natura pulp, in natura peel, pulp flour, and peel flour were chemically analyzed in terms of its centesimal composition, specific minerals, total dietary fiber and fractions, pH, total soluble solids, total titratable acidity, tannins, oxalic acid, and nitrate. The polyphenoloxidase and peroxidase enzymatic activities were evaluated for in natura pulp and peel only. Yacon pulp and peel flour presented average yield of 7.94% and 10.86%, respectively. The in natura pulp presented a higher moisture and carboydrate content and lower lipid, protein, total dietary fiber, and ash than those of the peel flour. The same pattern was observed for pulp flour when compared to peel flour. The highest tannin, nitrate, and oxalic acid levels were found in the peel flour, 15,304.5 mg.kg-1, 1,578.3 mg.kg-1, and 7,925.0 mg.kg-1 (wet weight, respectively. The polyphenoloxidase and peroxidase enzymes presented higher enzymatic activity in the yacon peel. Based on the results obtained, it can be said that the yacon and its derivatives are important dietary carbohydrate and mineral sources and contain antinutritional substance contents lower than those harmful to health.Devido à importância dos estudos com yacon em relação à saúde, foram analisadas quimicamente sua polpa in natura (PY, casca in natura (CY, farinha da polpa (FPY e casca (FCY, sendo determinados composição centesimal, minerais específicos, fibra alimentar total (FAT e frações, pH, SST, ATT, taninos, ácido oxálico e nitrato. As atividades enzimáticas de polifenoloxidase (PFO e peroxidase (PER foram avaliadas para PY e CY exclusivamente. A FPY e FCY apresentaram rendimento médio de 7,94% e 10,86%, respectivamente. A PY apresentou conteúdos numericamente maiores de umidade e carboidratos e menores de lipídios, proteínas, FAT e cinzas em relação à CY. Foi observado o mesmo para a FPY quando comparada à FCY. Na FCY

  1. Meal from tilapia filleting industrial waste in the feed of the bullfrog tadpoles (Rana Catesbeiana Shaw, 1802/ Inclusão de farinha de resíduos da indústria de filetagem de tilápias na alimentação de girinos de rã-touro (Rana Catesbeiana Shaw,1802

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleiton Manske

    2007-08-01

    Full Text Available The objective of this experiment was to evaluate the inclusion of meal of tilapia industrial waster in bullfrog tadpoles’ diets (Rana Catesbeina Shaw, 1802. Two hundred fifty tadpoles with initial weight and length of 0,18 ± 0,05g and 2,50 ± 0,18 centimeters were used, respectively, they were used and distributed in 25 aquariums of 30 liter each in a complete randomized design with five treatments and five repetitions. The tadpoles were fed four times a day with diets containing 0, 5, 10 and 15% of inclusion of tilapia filleting and another diet with 0% of supplemented tilapia filleting with synthetic methionine, being supplied four times a day at ease. The experiment period was 30 days. The diets with tilapia filleting inclusion and methionine supplementation did not have influence in the final weight and length averages, feed survival and conversion of bullfrog tadpoles. It cam be used until 15% of tilapia filleting inclusion in the bullfrog tadpoles food. The synthetic methionine supplementation in diets for bullfrog tadpoles is not necessary in diets with levels over 0,47% of the total methionine.Este experimento objetivou avaliar a inclusão da farinha de resíduos de filetagem de tilápias (FT em rações para girinos de rã-touro (Rana Catesbeina Shaw,1802. Foram utilizados 250 girinos com peso e comprimento inicial de 0,18 ± 0,05g e 2,50 ± 0,18 cm, respectivamente, distribuídos em 25 aquários de 30 L cada, em um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e cinco repetições. Os girinos foram alimentados quatro vezes ao dia, com rações contendo 0, 5, 10, 15% de inclusão de FT e outra ração com 0% de FT suplementada com metionina sintética, sendo fornecidas quatro vezes ao dia a vontade. O período do experimento foi de 30 dias. As rações com inclusão de FT e suplementação de metionina não influenciaram nas médias de peso final, comprimento final, sobrevivência e conversão alimentar dos girinos de r

  2. CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS E NUTRICIONAIS DE ANGUS FORTIFICADOS COM DIFERENTES NÍVEIS DE FARINHA DE SOJA DESENGORDURADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanderleia Fátima ZOIA

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Angus fortificados com diferentes níveis (10% a 50% de farinha de soja desengordurada (FSD foram submetidos à avaliação sensorial. Os angus com até 30% de fortificação mostraram aparência, sabor e textura semelhantes entre si, sendo o sabor melhor e a aparência e a textura semelhantes aos do angu não fortificado. Os níveis de 10% e 20% de fortificação foram ligeiramente mais preferidos do que o de 30%, sendo todos eles mais preferidos do que o não fortificado pela equipe massal de provadores não treinados. A avaliação nutricional destes angus preferidos mostrou que o melhor nível de FSD na fortificação de angu foi de 20%, apresentando maiores valores de balanço de nitrogênio (BN, digestibilidade aparente (Da, valor biológico aparente (Vba, utilização líquida aparente da proteína (NPUa e quociente de eficiência protéica (PER. PALAVRAS-CHAVE: Angus; fortificação de proteína; fubá; farinha de soja desengordurada.

  3. Produção de farinha de banana verde (Musa spp. para aplicação em pão de trigo integral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Andina Andrade

    2017-11-01

    Full Text Available Resumo A farinha de banana verde (FBV é uma alternativa viável para o aproveitamento dos frutos e possui alto teor de amido resistente (AR, que apresenta papel fisiológico similar ao das fibras alimentares. O objetivo deste trabalho foi produzir FBV de dois genótipos de bananeira (Prata e Caturra, além de selecionar aquele com maior teor de AR, para posterior substituição de parte da farinha de trigo integral por FBV, em uma formulação de pão de fôrma integral. Para a produção das farinhas, os frutos foram descascados, cortados em rodelas e estas foram submersas em uma solução de ácido ascórbico e ácido cítrico, sendo então distribuídas em bandejas e secas a 50 °C, por 7 horas, e moídas. As farinhas foram submetidas às análises de composição proximal e determinação do teor de AR. Posteriormente, foram processados pães integrais com a substituição de 10%, 15% e 20% de farinha de trigo integral pela FBV que obteve o maior teor de AR. Os pães controle e aquele que apresentou maior teor de AR e boas características tecnológicas, como volume específico, dureza e cor, foram submetidos aos testes sensoriais de aceitação e intenção de compra. O teor de AR encontrado para as FBV Prata e Caturra foram 24,1% e 13,7%, respectivamente. O pão com substituição de 15% de farinha de trigo integral por FBV foi escolhido para a análise sensorial. As formulações controle e com 15% de FBV atingiram Índices de Aceitação Sensorial de 88,7% e 82,1%, respectivamente. A atitude dos avaliadores foi positiva, segundo a qual 56% dos avaliadores “comprariam frequentemente” ou “comprariam sempre” o pão com 15% de FBV, não tendo sido observada rejeição para nenhuma das formulações.

  4. Características físicas e sensoriais de biscoitos com farinha de soja e farelo de aveia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Cristina Mareti

    2010-12-01

    Full Text Available A crescente demanda por alimentos ricos em ingredientes funcionais é um incentivo ao desenvolvimento e industrialização desses produtos. O objetivo deste trabalho foi desenvolver formulação de biscoito com potenciais propriedades hipocolesterolêmicas, pela combinação de diferentes teores de Farinha Desengordurada de Soja (FDS e de Farelo de Aveia (FA, em substituição parcial à farinha de trigo. Além desses dois ingredientes, também foi estudado o efeito de maltodextrina, como possível melhorador de textura. Para a realização do experimento, foi empregado planejamento de misturas com três componentes, com restrições para os níveis mínimo e máximo. As três variáveis afetaram significativamente a dureza e o diâmetro dos biscoitos, que aumentaram com teores maiores de maltodextrina. As massas que continham maiores teores de FDS apresentaram-se mais secas e duras, o que pode ter afetado a expansão. Na análise descritiva de perfil livre, comparando-se três amostras com diferentes durezas, verificou-se que aquela com maior teor de FDS diferenciou-se daquelas com maior teor de FA e com teores iguais de FDS e FA, sendo caracterizada como mais dura, de cor mais escura e apresentando sabor mais característico de biscoito integral/cereal. No entanto, não se observou diferença na aceitação entre as três amostras. Foi possível substituir 70,7% da farinha de trigo de uma formulação original, por misturas de FA e FDS, obtendo-se produtos com boa aceitação

  5. Farinha de resíduos da filetagem de tilápia em rações para alevinos de piauçu (Leporinus macrocephalus Effects of feeding tilapia by-products flour for piauçu (Leporinus macrocephalus fingerlings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Rogério Boscolo

    2005-12-01

    Full Text Available Este experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da inclusão de farinha de resíduos da industrialização de tilápia (FT na alimentação de alevinos de piauçu (Leporinus macrocephalus. Cento e vinte e cinco alevinos com peso e comprimento iniciais de 0,19 ± 0,004 g e 2,37 ± 0,2 cm foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e cinco repetições. As rações testadas continham 0; 5; 10 e 15% de FT e 0% de FT suplementada com metionina. O arraçoamento foi de 10% da biomassa quatro vezes ao dia (8, 11, 14 e 17 h. As médias dos parâmetros físico-químicos da água foram 7,89 ± 0,05, 89,93 ± 0,42, 7,15 ± 0,10 e 27,10 ± 0,95 para pH, condutividade elétrica (µS.cm-1, oxigênio dissolvido (mg.L-1 e temperatura (ºC, respectivamente. Ao final do período experimental, foram avaliadas as médias de sobrevivência (SO, peso final (PF, comprimento final (CF, ganho de peso (GP, fator de condição (FC e conversão alimentar aparente (CA. Foram observadas diferenças quanto ao CF, CA e FC entre tratamentos, obtendo-se melhores resultados naqueles com inclusão de FT e suplementação de metionina. O CF apresentou aumento linear com platô em 8,56% de FT e a CA apresentou redução linear com platô de 8,19% de inclusão de FT. Os maiores teores de proteína bruta (PB na carcaça foram obtidos nos tratamentos com mais de 5% de FT e 0% de FT suplementado com metionina. Pode-se incluir até 15% de FT em rações para alevinos de piauçu, melhorando seu desempenho e deposição de PB na carcaça, o que torna a FT uma fonte protéica alternativa.This trial was carried out to evaluate the effects of feeding Tilapia fillet by-products meal (TF for piauçu (Leporinus macrocephalus fingerlings. One hundred and twenty-five fingerlings averaging weight of 0.19 ± 0.004 g and length of 2.37 ± 0.28 cm were assigned to a completely randomized design with five treatments of five replicates. The diets

  6. Aproveitamento integral de alimentos: avaliação sensorial de bolos com coprodutos da abóbora (Cucurbita moschata, L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elga Batista da Silva

    2013-04-01

    Full Text Available Na alimentação alternativa o consumo de elementos normalmente destinados ao descarte (sementes, folhas e cascas é incentivado como forma de evitar que partes de alimentos sejam transformadas em lixo, gerando economia e incremento de fibras à dieta. Utilizar cascas e sementes em bolos é uma opção para aproveitar esses coprodutos. O objetivo deste trabalho foi elaborar e avaliar sensorialmente bolos com coprodutos de abóbora: cascas e sementes (B1 e farinha de sementes (B2. As análises sensoriais envolveram inicialmente dois testes afetivos (aceitação e intenção de compra. Foi também realizado uma análise da preferência, para o qual os resultados foram avaliados a partir de análise de variância (ANOVA e teste das médias de Tukey, ao nível de 5% de significância. O teste de aceitação apresentou percentuais acima de 90% aos atributos aparência (92%, cor (98% e aroma (92%, referidos pelos julgadores em relação a gostar de B1. Quanto à formulação B2, todos os atributos obtiveram percentuais de aceitação elevados: 92%, 90%, 94%, 98% e 96% para aparência, cor, aroma, textura e sabor, respectivamente. Com relação à intenção de compra, 52% e 78% dos julgadores manifestaram, respectivamente, intenção de possivelmente adquirir B1 e B2. No teste de preferência, os atributos cor, textura e sabor demonstraram diferenças significativas entre as duas formulações. Conclui-se ser viável, do ponto de vista sensorial, a elaboração de produtos alimentícios com partes da abóbora convencionalmente descartadas, além de apresentar considerável aplicabilidade e aceitação.

  7. Elaboração e caracterização de cookies sem glúten enriquecidos com farinha de coco: uma alternativa para celíacos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Queiroz

    2017-05-01

    Full Text Available Resumo Os celíacos encontram dificuldades na adoção de uma dieta totalmente isenta de glúten e com qualidade nutricional. Para tanto, objetivou-se desenvolver e avaliar cookies sem glúten enriquecidos com farinha de coco. A farinha de coco com elevado teor de cinzas, proteínas e lipídios pode ser utilizada para enriquecer produtos alimentícios. Foram elaborados cookies com base na composição de uma mistura da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil - Fenacelbra (“mix de farinha preparada II” para cookies sem glúten: Padrão FP (formulação semelhante à composição do “mix de farinha preparada II” da Fenacelbra, F1 (modificação de FP com substituição da fécula de batata por 10% de farinha de coco, F2 (modificação de FP com adição de 5% de farinha de coco, F3 (modificação de FP com substituição do polvilho doce por 5% de farinha de coco. Os cookies foram avaliados quanto às características físicas (peso pós-cocção, diâmetro e espessura pós-cocção, fator de expansão, rendimento, Aw, dureza e cor – L*a*b*, físico-químicas (umidade, cinzas, proteínas, lipídios, carboidratos e valor calórico, aceitabilidade quanto aos atributos sensoriais (aceitação global, aparência, cor, aroma, sabor e textura e atitude de compra. A adição de farinha de coco às formulações melhorou as propriedades nutricionais dos cookies sem glúten, aumentando o teor de lipídios e proteínas, e reduzindo o teor de carboidratos. Os cookies desenvolvidos apresentaram boa aceitação sensorial e intenção de compra satisfatória., A adição de 10% de farinha de coco em substituição da fécula de batata na formulação F1 não alterou as características sensoriais do produto, porém proporcionou propriedades físicas e físico-químicas superiores. Dessa forma, cookies sem glúten enriquecidos com farinha de coco constituem uma alternativa viável de alimentos destinados para pessoas portadoras de

  8. Perfil sensorial de bolos de chocolate formulados com farinha de yacon (Smallanthus sonchifolius Sensorial profile of chocolate cakes formulated with yacon flour (Smallanthus sonchifolius

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivianne Montarroyos Padilha

    2010-09-01

    Full Text Available Neste trabalho foi avaliado o uso de farinha de yacon na formulação de bolos de chocolate para se verificar a influência deste constituinte sobre a qualidade sensorial e cromaticidade do produto. Foram analisadas amostras de bolos, formulados com farinha de yacon, denominadas: amostra P (bolo padrão, sem farinha de yacon, amostra A (bolo com 20% de farinha de yacon e amostra B (bolo com 40% de farinha de yacon. Para a avaliação sensorial, foi realizada a Análise Descritiva Quantitativa (ADQ, utilizando 15 provadores treinados, os quais definiram 9 atributos sensoriais (cor, estrutura do miolo, aroma, gosto doce, sabor de chocolate, sabor residual, umectância, maciez e qualidade global. A análise física dos bolos foi realizada através da caracterização cromática. Os dados sensoriais foram submetidos à análise de variância ANOVA, sendo realizado o teste de Duncan para comparação entre as médias de Duncan, ao nível de 5% de significância. Para verificar as correlações entre as amostras e os atributos, foi realizada a Análise de Componentes Principais (ACP. Na ACP, a soma de componentes principais 1 e 2 foi de 83,3%, ou seja, a variabilidade entre as amostras foi explicada por estes dois componentes. Os resultados obtidos demonstraram que a adição de 40% de farinha de yacon resultou em maiores notas para o aroma (10,16, gosto doce (7,60, sabor de chocolate (10,52, maciez (11,44 e qualidade global (11,64. Com relação ao atributo estrutura não houve diferença significativa entre as notas dos bolos P, A e B. Independente da quantidade de farinha de yacon adicionada, o perfil sensorial dos bolos de chocolate foi influenciado e, em particular, o bolo com maior teor de farinha de yacon apresentou as melhores notas.This study evaluated the use of yacon flour in the formulation of chocolate cakes by investigating its influence on the sensory quality and chromaticity of the product. The following samples were prepared and

  9. Viabilidade do processamento de biscoitos com farinha de pinhão / Viability of cookie-processing with Paraná pine nut flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Rigo

    2009-08-01

    Full Text Available ResumoO pinhão é a semente do pinho ou pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia de grande ocorrência no estado do Paraná. A farinha obtida é uma fonte de proteína, carboidratos e fibras e sua aplicação na indústria de alimentos poderia contribuir para melhorar o valor nutricional de vários produtos. Biscoito é o produto obtido pelo amassamento e cozimento de massa preparada com farinhas, amidos, fermentada ou não e outras substâncias alimentícias. Neste trabalho, foi estudada a elaboração de biscoito com farinha de pinhão. Foram preparadas três formulações, variando-se a adição da farinha de pinhão na formulação básica de biscoito. As amostras de biscoito com formulações de 0, 5, 10 e 20% foram submetidas a teste de aceitação. As três formulações foram bem aceitas, apresentando uma consistência semelhante ao padrão.AbstractThe seed from the evergreen species Paraná Pine (Araucaria angustifolia, which is found in Paraná State, is called “pinhão”. The “pinhão” flour is a source of protein, carbohydrates and fiber, so that its use in food industries may improve the nutritional value of several products. Cookies are made of a pastry prepared with flour, starch, with or without fermentation, and other ingredients. This research studied the production of biscuits with 5, 10 and 20% of “pinhão” flour. These three formulations were well accepted by subjects who participated in a tasting test and their texture was similar to standard cookies.

  10. OS AVANÇOS DO USO DA BROMELINA NA ÁREA DE ALIMENTAÇÃO E SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenice Freiman de OLIVEIRA

    2009-07-01

    Full Text Available

    Ao longo de muitas décadas, o estudo da produção e aplicação de enzimas vem despertando interesse de muitos pesquisadores, sendo a bromelina uma enzima proteolítica, proveniente do abacaxi, de fácil extração e de muita utilidade na área de alimentação e na medicina. A extração dessa enzima pode ser feita em todas as partes do abacaxizeiro (polpa, caule, folha, casca e coroa, por meio de processo extrativo com precipitação em álcool ou acetona. Na alimentação, as utilidades mais comuns são no amaciamento de carnes, aproveitamento tecnológico de farinha de trigo de alto teor protéico para produção de pães e biscoitos, clarificação de cerveja, na indústria de óleos vegetais, de ovos desidratados e de leite de soja e na medicina como vermífugos, na cicatrização de ferimentos, como antiinflamatório vegetal, na inibição de células cancerígenas e outros .

  11. Cascas sobre o papel: memória do dilaceramento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Casa Nova

    2014-08-01

    Full Text Available O ensaio tenta mostrar como o autor Georges Didi-Huberman, na obra Écorces (Cascas, nos apresenta sua experiência de rastros (W. Benjamin e sua interpretação do dilaceramento nos campos de Auschwitz Birkenau.Trata-se de uma narrativa de ruínas pela palavra e pela imagem (fotografia. Escritura que se encontra entre a pesquisa histórica e a empresa literária autobiográfica.

  12. Resultados econômicos da produção de cordeiros em confinamento utilizando na dieta casca de soja associada a quatro fontes de nitrogênio não-proteico Economic results of feedlot lamb using soybean husks associated with different non-protean nitrogen sources

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evâneo Alcides Ziguer

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo neste estudo foi avaliar o custo de produção e a resposta econômica da utilização de casca de soja (CS associada a duas fontes de nitrogênio não-proteico (NNP na terminação de cordeiros em confinamento. Foram utilizados 80 cordeiros mestiços Suffolk, com idade inicial de 69 ± 6 dias e peso vivo inicial de 23,11 ± 1,78 kg. Os animais foram distribuídos em quatro grupos, cada um com uma dieta formulada com uma fonte de NNP: grupo ureia convencional, na proporção de 1%; grupo ureia protegida, na proporção de 1%; grupo ureia protegida convencional, na proporção de 1% + 0,5% de ureia convencional, da dieta total, respectivamente; e grupo controle, sem fonte adicional de NNP. O custo total de produção do cordeiro até a desmama foi de R$ 85,27/animal. Entre os componentes desse custo, a categoria de ovelhas foi a principal contribuinte, com 68,55%, seguida pelos custos referentes ao próprio cordeiro (0-67 dias, que representaram 25,57%, e a dos carneiros, com participação de apenas 5,88%. O custo total médio da terminação em confinamento foi de R$ 57,73/cordeiro. O custo operacional efetivo (COEf representou R$ 57,35, ou 99,33% do custo total à terminação. As variáveis de maior representatividade do COEf foram alimentação (61,56% e impostos (31,06%. As dietas que permitiram obter margem bruta/cordeiro positiva foram aquelas com ureia convencional e sem fonte adicional de NNP (R$ 1,77 e R$ 4,35, respectivamente. No entanto, todas as dietas apresentaram margem líquida e resultado econômico negativos. Em sistemas de terminação de cordeiros em confinamento, o uso de dietas sem fonte adicional de nitrogênio não-proteico é a opção que permite obter melhor resultado zootécnico e econômico.The aim of this study was to evaluate the production costs and economic return of soybean husks (CS associated with two non-protein nitrogen (NNP sources, in feedlot finishing lamb. Eighty (80 Suffolk cross lambs

  13. Avaliação da qualidade tecnológica de snacks obtidos por extrusão de grão integral de amaranto ou de farinha de amaranto desengordurada e suas misturas com fubá de milho Quality assessment of snacks obtained by extrusion of whole amaranth grains or defatted amaranth flour and their mixtures with corn grits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Dias Capriles

    2012-03-01

    Full Text Available Apesar dos benefícios nutricionais e de seu potencial como alimento funcional, o amaranto ainda é um alimento pouco difundido no Brasil. Para o aumento do consumo desta matéria-prima, preconiza-se a sua incorporação na formulação de produtos convencionais, como os snacks extrudados que vêm sendo elaborados com a farinha de amaranto desengordurada. Pouco tem sido pesquisado sobre a extrusão direta do grão integral de amaranto, o que permitiria eliminar as etapas de moagem e de desengorduramento. Assim, a pesquisa avaliou e comparou a qualidade tecnológica de snacks obtidos por extrusão de grão integral de amaranto e de farinha de amaranto desengordurada, e suas misturas com 25 e 50% de fubá de milho. Verificou-se que o teor de lipídeos presentes no grão de amaranto (8% prejudicou a expansão e a textura dos extrudados. Mesmo com a adição de fubá de milho, os snacks extrudados à base de grão integral de amaranto foram rejeitados sensorialmente (aceitação global entre 3 e 4, numa escala hedônica estruturada de nove pontos, pois apresentaram baixa expansão, textura dura, cor escura e forte sabor residual. Já os snacks extrudados obtidos com farinha de amaranto desengordurada isoladamente e em combinação com fubá de milho apresentaram maior expansão, textura crocante e cor mais clara, e, por isso, maior aceitabilidade (aceitação global > 5. Conclui-se, nas condições do experimento, que não foi possível obter snacks extrudados à base de grãos de amaranto de boa aceitação e que a produção de snacks extrudados à base de farinha de amaranto desengordurada proporciona produtos com melhor aceitação por parte do consumidor.Despite its nutritional benefits and potential as a functional food, amaranth is still little known in Brazil. In order to increase its consumption, the inclusion of amaranth in the formulation of conventional products has been recommended, such as in extruded snacks, which are being prepared

  14. Farinha de yacon e inulina como ingredientes na formulação de bolo de chocolate Yacon meal and inulin such as ingredients in chocolate cake preparation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Andréa Moscatto

    2004-12-01

    Full Text Available Novos ingredientes têm sido investigados para que possam atender às exigências do mercado consumidor atual que deseja produtos com qualidade sensorial e nutricional associada a benefícios para a saúde. Os frutooligossacarídeos (FOS presentes no yacon (Polymnia sonchifolia, e a inulina apresentam propriedades promotoras de saúde (fibra alimentar e efeito prebiótico e podem melhorar aspectos sensoriais em alimentos. O presente trabalho teve como objetivos utilizar a inulina e/ou farinha de yacon como ingredientes do bolo de chocolate. Os bolos obtidos das formulações padrão (P, da formulação (A contendo a farinha de trigo substituída em 20% por farinha de yacon e da formulação (B contendo a farinha de trigo substituída em 40% por farinha de yacon e em 6% por inulina, foram avaliados quanto às suas propriedades químicas e físicas, preferência e estabilidade de armazenamento em relação ao bolo padrão de chocolate. Os bolos das formulações A e B apresentaram propriedades químicas, físicas, preferência e estabilidade comparáveis ao da formulação padrão. Como vantagens, apresentaram menores valores de dureza, maiores teores em fibra alimentar total (12,35% e 23,6% em relação ao P (9,02%. O valor calórico foi semelhante (2,09kal para A e menor (1,62kal para B que do padrão (2,13kcal, além da presença de frutooligossacarídeos e ou inulina. Portanto, a farinha de yacon e inulina podem ser utilizadas como ingredientes para formular bolo de chocolate, fornecendo produtos com características que atendem às exigências do mercado consumidor.The high consumer's needs for food with sensorial and nutritional qualities besides nutritional benefits to health, makes new ingredients search necessary in order to meet the consumer's. The fructooligosaccharides of yacon and inulin have properties that improve health (alimentary fiber and prebiotic effect and they can improve sensorial aspects in food. This work aims at

  15. CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DE DONUTS PREPARADOS COM FARINHAS DE TRIGO E SOJA (80:20 EXTRUSADAS EM DIFERENTES PARÂMETROS DE EXTRUSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA ROSA FIGUEIREDO NASCIMENTO

    2009-12-01

    Full Text Available

    A mistura de trigo e soja representa uma importante fonte calórico-protéica com proteínas de boa qualidade e o processo de extrusão melhora as suas características sensoriais. Com o objetivo de melhorar o processo de extrusão para obtenção de uma farinha de trigo e soja (80:20 pré-cozida para massa semipronta de donuts, foram estudados os efeitos de umidade da mistura, temperatura do canhão (TC nas 2ª e 3ª zonas e velocidade de rotação de parafuso (VRP do extrusor nas características sensoriais dos donuts preparados. As misturas cruas de duas umidades (26 e 29% foram extrusadas em extrusor Brabender de única rosca, usando-se cinco TC (110 a 150oC e quatro VRP (120 a 210rpm, totalizando 40 tratamentos. Os resultados indicam que, os donuts mostraram melhores impressões globais com o aumento de VRP e TC até certo ponto, que, ao ser ultrapassado, as fez piorar. O donut preparado com a farinha mista com 29% de umidade e extrusada em 150 rpm a 120ºC foi preferido sensorialmente quando comparado com os donuts preparados: com a farinha mista com 26% de umidade e extrusada em 180rpm a 120ºC, com a farinha mista crua e com a farinha de trigo crua.

  16. ESTUDO DO VALOR PROTÉICO DE MISTURAS DE FEIJÃO COM FARINHA DE MANDIOCA 2. VALOR BIOLÓGICO E DIGESTÍBILIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hisako Shima

    Full Text Available Através da elaboração de balanço nitrogenado, o autor determinou o valor biológico da farinha de feijão pura e de duas combinações diferentes desta com a farinha de mandioca, comparando-as com a caseína. O estudo foi realizado considerando-se dois períodos diferentes de adaptação. — se aceitarmos um período de adaptação de urna semana como válida, observamos diferença significativa ao nível de 5%, somente entre os valores biológicos do feijão puro puro e da Mistura I. — considerando-se que o período de adaptação não deve ser menor que 12 dias, os valores biológicos do feijão puro e das duas misturas estudadas são inferiores ao da caseína, ao nivel de significancia de 5%. O coeficiente de digestibilidade dos alimentos não pode ser responsável pelas diferenças dos valores biológicos obtidos e do nivel de crescimento dos animais.

  17. Valor nutritivo de silagem de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum. com diferentes níveis de casca de café Nutritive value of elephantgrass (Pennisetum purpureum Schum. silage with different levels of coffee hulls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Lima de Souza

    2003-08-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos de diferentes níveis de casca de café (0, 8,7; 17,4; 26,1; e 34,8 kg de casca de café/100 kg de forragem fresca sobre a composição bromatológica e a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS da silagem de capim-elefante. Na produção das silagens foram utilizados 15 silos cilíndricos de PVC com de 0,25 m de diâmetro e 0,75 m de altura, adotando-se uma compactação de 550 kg/m³. O teor de MS aumentou em função dos níveis crescentes de casca, estimando-se acréscimo de 0,54% por unidade de casca de café adicionada. Os valores de pH foram menores para as silagens com casca, estimando-se valor mínimo de 3,78 para o nível de 26,87% de casca. O teor de PB (8,9% da silagem sem casca de café foi inferior aos 11,1% verificados na forragem fresca e nas silagens contendo casca de café. A adição de casca de café ao capim-elefante resultou em silagens com menores teores de fibra em detergente neutro e hemicelulose, ao mesmo tempo em que os teores de lignina das silagens foram aumentados. Foi estimada uma redução de apenas 0,14% na DIVMS das silagens por unidade de casca de café adicionada. A casca de café, em níveis iguais ou superiores a 17,4 kg de casca/100 kg de forragem fresca, revelou ser um bom aditivo para a ensilagem de capim-elefante com alto teor de umidade.One experiment was conducted to evaluate the effects of five levels of coffee hulls (0, 8.7, 17.4, 26.1, and 34.8 kg/100 kg of fresh forage on the bromatologic composition and IVDMD of elephantgrass silage. Fifteen plastic silos measuring .25 of diameter x .75 of height were used. In the ensiling process the forage received a pressure of 550 kg/m³. The results showed that the percentage of dry matter increased linearly with increasing of coffee hulls. It was estimated an increasing of .54% for each unit of coffee hulls added. The pH value was inferior for silage with coffee hulls. It was estimated a minimum value of 3.78 for the level 26

  18. Produção e estabilidade de conservação de farinha de acerola desidratada em diferentes temperaturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daíse Souza Reis

    2017-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho foi identificar a melhor temperatura de desidratação para a produção de farinha de acerola de alta qualidade de consumo e estabilidade de parâmetros físico-químicos durante a conservação. Frutos de acerola ‘Flor Branca’ foram colhidos no estádio de maturação maduro em um pomar comercial do Vale do São Francisco, Petrolina, PE. Frutos com ou sem sementes foram sanitizados e desidratados nas temperaturas de 60 °C, 70 °C e 80 °C em estufa de circulação de ar forçado e, em seguida, foram triturados para a obtenção da farinha, a qual foi armazenada em temperatura ambiente em embalagens de polietileno herméticas. A polpa dos frutos foi utilizada para a determinação do pH, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, ácido ascórbico (AA e umidade. A farinha de acerola foi avaliada a cada 15 dias, por um período de 75 dias, quanto ao pH, SS, AT, AA e cor. Para todas as temperaturas de desidratação, os valores de pH e SS foram semelhantes, variando entre 3,5-4,2 e 6,3-11,7, respectivamente. Os SS apresentaram menor variação ao final do armazenamento. A AT aumentou em todas as amostras variando de 5% a 10%. As perdas de ácido ascórbico foram de 76,2% e 80%, 23,9% e 55%, ou 37,9% e 65% para as farinhas com e sem sementes desidratadas a 60 °C, 70 °C e 80 °C, respectivamente. De acordo com os resultados obtidos, a melhor temperatura de desidratação é 70 °C, pois resultou em farinha com alta qualidade de consumo e estabilidade de parâmetros físico-químicos durante 75 dias de conservação.

  19. Farinha integral de trigo germinado: 3. Características nutricionais e estabilidade ao armazenamento Whole flour of germinated wheat: 3. Nutritional characteristics and storage stability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Zavariz de Miranda

    2002-12-01

    Full Text Available O trigo (Triticum aestivum L. é usado principalmente para alimentação humana, na forma de farinhas. A germinação pode ser útil para melhorar a qualidade protéica, bem como a de outros nutrientes do trigo, e a estabilidade das farinhas produzidas de trigo germinado é desconhecida. Assim, este trabalho investigou, em laboratório, o efeito da germinação sobre algumas características nutricionais e sobre a estabilidade ao armazenamento de farinhas integrais de trigo germinado por 48 (FITG48, 72 (FITG72 e 96 horas (FITG96. O perfil de aminoácidos das FITGs foi considerado bom, quando comparado com o da farinha controle e com o do padrão teórico da FAO para pré-escolares (2-5 anos. Somente a lisina (primeiro aminoácido limitante e a treonina das FITGs mostraram valores mais baixos que o do citado padrão. O escore químico (em torno de 56-57 e o escore de aminoácidos corrigido pela digestibilidade protéica (em torno de 54-58 foram mais altos nas FITGs que na farinha integral controle (48 e 42, respectivamente. Com base nesses resultados, as características nutricionais das FITGs foram melhoradas pela germinação de trigo. Com relação à estabilidade ao armazenamento, o pH diminuiu e a acidez álcool-solúvel aumentou de acordo com o tempo de germinação de trigo. As FITGs foram estáveis até 4 meses de armazenamento, com exceção da FITG96, que apresentou alto nível de acidez álcool-solúvel, provavelmente devido à rancidez hidrolítica. O hexanal, uma medida da deterioração oxidativa, foi encontrado somente na farinha controle; nas FITGs não foi detectado, indicando boa estabilidade oxidativa durante 6 meses de armazenamento.Wheat (Triticum aestivum L. is used mainly as human food in the form of flour. Germination may be useful to improve the quality of protein, and possibly other nutrients in wheat. Since the stability of flours produced from germinated grains is little known, this work investigated the effect of

  20. Desenvolvimento de panetone à base de farinha de pupunha (Bactris gasipaes Kunth
    Development of panettone made of peach palm flour (Bactris gasipaes Kunth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. M. M. MONTEIRO

    2011-04-01

    Full Text Available

    Atualmente vem crescendo consideravelmente a preocupação dos indivíduos com a saúde e a qualidade de vida. No entanto, com a correria da vida moderna e a falta de tempo, as pessoas valorizam muito os alimentos prontos, rápidos e fáceis de preparar, predominando um consumo desregrado de produtos refi nados, ricos em gorduras saturadas e pobres em nutrientes. Este trabalho teve como objetivo elaborar um panetone com adição de farinha de pupunha (FP, sensorialmente aceitável, e analisar sua composição química e estabilidade. A farinha utilizada na pesquisa foi processada no Laboratório de Nutrição do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Inicialmente foi realizado um experimento para determinar o percentual de farinha de trigo a ser substituída pela farinha de pupunha, sendo escolhida a formulação com 25% FP. Após elaboração do panetone foram realizadas análises físico-químicas, químicas, sensoriais e microbiológicas. O panetone de pupunha apresentou em sua composição química bons teores de proteína (7,78%, lipídios (12,5% e carotenoides (4,16 atividade equivalente de retinol/100g. O produto elaborado apresentou boa aceitabilidade, sendo que todos os consumidores manifestaram intenção positiva em adquiri-lo se for lançado no mercado. A análise microbiológica revelou que o produto se manteve estável pelo período de 90 dias. Assim, pode-se afi rmar que é possível produzir panetones com a substituição de 25% de farinha de trigo pela farinha de pupunha, agregando valor nutricional ao produto sem sinalização de rejeição pelo consumidor.

  1. Farinha do subproduto de feijão Phaseolus vulgaris em dietas para juvenis de tilápia do Nilo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. S. P. Azevedo

    2017-07-01

    Full Text Available A procura por fontes proteicas alternativas em dietas para peixes é necessária, pois alguns ingredientes proteicos tradicionais apresentam grande variação no preço e disponibilidade. Um experimento de 45 dias foi conduzido em um sistema de recirculação de água com juvenis de tilápia do Nilo (peso inicial de 16,2 ± 0,1 g para avaliar os efeitos da inclusão de farinha do subproduto de feijão Phaseolus vulgaris sobre os índices produtivos e composição corporal. Três dietas isonitrogenadas (35% de proteína bruta e isocalóricas (3.100 kcal/kg de energia digestível foram preparadas para incluir 0%; 6,2% e 12,4% de farinha do subproduto de feijão substituindo 0%; 10% e 20% da proteína bruta do farelo de soja, em um delineamento inteiramente casualizado (n=4. O peso final, ganho de peso, taxa de crescimento específico, índice de consumo alimentar, taxa de eficiência proteica e sobrevivência foram similares (P>0,05 entre os peixes alimentados com as dietas experimentais. Nenhuma diferença (P>0,05 foi registrada no teor de proteína bruta, cinzas e extrato etéreo corporais dos peixes. O valor produtivo da proteína bruta e a matéria seca corporal diminuíram (P<0,05 nos peixes alimentados com 12,4% da farinha do subproduto de feijão. A inclusão de farinha do subproduto de feijão até 6,2% como substituto do farelo de soja não diminui o desempenho produtivo e a composição corporal dos peixes.

  2. Características físicas e mecânicas de misturas de solo, cimento e casca de arroz Physical and mechanical characteristics of soil-cement and rice husk mixtures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana P. S. Milani

    2006-04-01

    Full Text Available Na presente pesquisa, estudaram-se os efeitos da adição da casca de arroz nas propriedades físico-mecânicas da mistura de solo-cimento, visando a obter composições de solo-cimento-casca de arroz com potencialidade para fabricação de materiais alternativos de construção. Foram realizados o fracionamento, o peneiramento e o pré-tratamento em solução de cal da casca de arroz. Foram determinadas as características físicas do solo e da casca de arroz, sendo executados ensaios de dosagem das misturas de solo-cimento-casca de arroz, aplicando-se às mesmas os ensaios de compactação normal de Proctor e o de compressão simples. Posteriormente, as composições de solo-cimento-casca de arroz foram submetidas aos ensaios de compressão simples e de tração na compressão diametral, aos 7 e aos 28 dias de idade, e de absorção d'água. Depois de determinadas as principais características físicas e mecânicas, pôde-se concluir que as misturas de solo + teor de 12% de combinações de cimento e casca de arroz se apresentaram como materiais promissores para a fabricação de elementos construtivos, a serem utilizados em construções e instalações rurais.The main objective of this work is the study of the effect of rice husk addition on the physical and mechanical properties of soil-cement, in order to obtain an alternative construction material. The rice husk preparation consisted of grinding, sieving, and the pre-treatment with lime solution. The physical characteristics of the soil and of the rice husk were determined. Different amounts of soil, cement and rice husk were tested by compaction and unconfined compression. The specimens molded according to the treatments applied to the mixtures were subsequently submitted to compression testing and to tensile splitting cylinder testing at 7 and 28 days of age and to water absorption testing. After determining its physical and mechanical characteristics, the best results were obtained

  3. Características quantitativas e qualitativas da carcaça de novilhas alimentadas com diferentes fontes energéticas em dietas à base de cascas de algodão e de soja Quantitative and qualitative carcass characteristics of heifers fed different energy sources on a cottonseed hulls and soybean hulls based diet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    icardo Kazama

    2008-02-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar as características de carcaça e a composição físico-química e de ácidos graxos do músculo Longissimus de novilhas em confinamento alimentadas com cascas de algodão (CAL e de soja (CSO como volumosos e com diferentes fontes energéticas, como milho moído, farelo de gérmen de milho (FGM ou farelo de arroz integral (FAR. Foram utilizadas 24 novilhas mestiças com peso corporal de abate de 350 ± 35 kg, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com três tratamentos (dietas e oito repetições (animais. As novilhas foram abatidas após jejum de sólidos de 24 horas. As carcaças foram identificadas, pesadas e armazenadas em câmara fria a 2ºC até a manhã seguinte para as avaliações de carcaça. Os animais alimentados com as dietas experimentais não diferiram quanto às características de carcaça; os valores médios de rendimento de carcaça quente foram de 51,4%, os de área de olho-de-lombo, 50,8 cm², e os de espessura de gordura de cobertura, 3,3 mm. As dietas também não influenciaram a composição físico-química do músculo Longissimus, que apresentou em média 73,4% de umidade, 23,0% de PB, 48,2 mg/100g de colesterol e 4,84 kgf/cm³ de força de cisalhamento. Animais alimentados com a dieta FGM apresentaram maiores concentrações de CLA (0,48%, trans-vacênico (7,69% e pior razão ômega 6/ômega 3 no músculo Longissimus, em virtude da maior quantidade de ácido linoléico desta dieta. Animais alimentados com a dieta FAR apresentaram maior concentração de ácido esteárico no músculo Longissimus, provavelmente em razão do maior conteúdo de ácido oléico desta dieta em relação às demais.This work was carried out to evaluate carcass characteristics, physicochemical and fatty acids compositions of Longissimus muscle from feedlot heifers fed cottonseed hulls (CSH and soybean hulls (SBH as forage, and different energy sources: ground corn (COR, corn germ meal (CGM or whole rice

  4. Milho com diferentes graus de moagem em combinação com polpa cítrica peletizada ou casca de soja para vacas leiteiras no terço médio da lactação

    OpenAIRE

    Santos,Flávio Augusto Portela; Carmo,Carolina de Almeida; Bittar,Carla Maris Machado; Pires,Alexandre Vaz; Pedroso,Alexandre Mendonça; Pereira,Eduardo Menegueli

    2007-01-01

    Avaliou-se o efeito do grau de moagem do milho (moído fino ou moído grosso) em dietas com polpa cítrica peletizada ou casca de soja sobre o desempenho lactacional de vacas leiteiras. O período experimental teve duração de 56 dias, divididos em quatro períodos de 14 dias. Trinta e duas vacas holandesas (160 dias em lactação) foram alocadas em oito quadrados latinos, compostos de quatro períodos e quatro dietas: MFPC - milho moído fino + polpa cítrica; MGPC - milho moído grosso + polpa cítrica;...

  5. INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS (IGS COMO FERRAMENTA PARA DESENVOLVIMENTO REGIONAL: UMA PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE IGS RELACIONADAS À FARINHA E MANDIOCA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nina Paloma Neves Calmon de Siqueira Branco

    2014-07-01

    Full Text Available As Indicações Geográficas são qualificações para produtos e serviços atribuídas por características genuínas que os vinculam à sua região produtora de origem. No mercado global, que intensificou as relações culturais, turísticas e econômicas entre os diversos continentes do mundo, as IG vêm emergindo como ferramenta de desenvolvimento em nível local, regional, nacional e internacional. No Nordeste brasileiro, a Rede dos Núcleos de Inovação Tecnológica (Rede NIT-NE, presentes  em instituições de pesquisa, desenvolveu atividades de disseminação de Propriedade Intelectual, dentre as quais as IG. Nesse cenário, foi estabelecido o Edital de Apoio à Caracterização de Indicações Geográficas na Bahia, pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia­ (FAPESB. Este artigo trata da prospecção tecnológica em IG para farinhas e mandioca, no mundo, e da implantação de um dos projetos aprovados nesse Edital: o potencial de IG para a farinha de mandioca de Copioba, do Recôncavo Baiano.

  6. Avaliação nutricional da farinha de penas e de sangue para frangos de corte submetida a diferentes tratamentos térmicos - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2104 Thermal treatment and nutritional evaluation of feather and blood meal - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2104

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emílio Gomide Loures

    2003-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar o melhor processamento térmico para farinhas de penas e de sangue para frangos de corte, foram utilizados os seguintes tratamentos: (T1 cozimento inicial das penas por 30min a 4kgf/cm2, secagem por 75min a 180oC, adição de 20% de sangue pré-cozido e secagem por 75min a 180oC; (T2 cozimento inicial das penas por 40min a 4kgf/cm2, secagem por 90min a 180oC, adição de 20% de sangue pré-cozido e secagem por 90min; (T3 cozimento inicial das penas por 50min a 4kgf/cm2, secagem por 105min a 180oC, adição de 20% de sangue pré-cozido e secagem por 105min; e (T4 cozimento inicial das penas por 60min a 4kgf/cm2, secagem por 120min a 180oC, adição de 20% de sangue pré-cozido e secagem por 120min. O maior conteúdo energético e os maiores coeficientes de digestibilidade para os aminoácidos foram obtidos com a farinha 1. Foi possível concluir que o tratamento T1 foi o mais adequado para processar a farinha de penas e de sangue.With the aim to determine the best processing method to obtain a meal from feathers and blood the following treatments were evaluated: (T1 initial cooking of the feathers for 30 minutes at 4kgf/cm2 , drying for 75 minutes at 180oC, addition of 20% pre-cooked blood, and drying for another 75 minutes at 180oC; (T2 initial cooking of the feathers for 40 minutes at 4kgf/cm2, drying for 90 minutes at 180oC, addition of 20% pre-cooked blood, and additional drying for 90 minutes; (T3 initial cooking of the feathers for 50 minutes atkgf/cm2, drying for 105 minutes at 180oC, addition of 20% pre-cooked blood, and additional drying for 105 minutes; (T4 initial cooking of the feathers for 60 minutes at 4kgf/cm2, drying for120 minutes at 180oC, addition of 20% pre-cooked blood, and additional drying for 120 minutes. The highest energy content and the highest coefficients of digestibility for the /aminoacids were obtained with the meal 1. It was possible to conclude that treatment 1 was the most

  7. QUALIDADE FITOSSANITÁRIA DAS CASCAS DE AROEIRA (Myrocroduon urundeuva Allemão) E CATUABA (Erythroxylum vacciniifolium Mart.) COMERCIALIZADAS EM FEIRAS MUNICIPAIS DE IMPERATRIZ, MA

    OpenAIRE

    Silva, Ricardo Vieira; Bezerra, Gustavo de Andrade; Nascimento, Ivaneide de Oliveira; Sousa, Thatyane Pereira de; Catunda, Paulo Henrique Aragão; Silva Araújo, Karuane Saturnino da

    2014-01-01

    O uso de plantas medicinais tornou-se muito representativo, pelo fato de ser comercializada como medicamento alternativo para a cura de determinadas doenças. Mesmo com o avanço da indústria farmacêutica e a evolução da ciência de medicamentos, o uso dessas plantas para a extração de substância ativa e material vegetativo ainda é indispensável. O presente trabalho objetivou realizar a análise fitossanitária em cascas de aroeira (Myrocroduon urundeuva Allemão) e catuaba (Erythroxylum vacciniifo...

  8. Casca de mamona associada a quatro fontes de matéria orgânica para a produção de mudas de pinhão-manso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane de Lourdes Silva de Lima

    2011-04-01

    Full Text Available Para a produção de mudas de pinhão-manso (Jatropha curcas L. geralmente tem sido recomendado o uso de misturas de materiais orgânicas. Uma das alternativas para compor substratos e produzir mudas é a casca de mamona, que é um resíduo gerado em grande quantidade no processo de descascamento das sementes que apresenta teores elevados de macronutrientes. Para testar o efeito do uso da casca de mamona como substrato, conduziu-se experimento em casa de vegetação, na Embrapa Algodão, no período de outubro a dezembro de 2006. Adotou-se delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e duas plantas por parcela. Os tratamentos constituíram-se de misturas de terra e casca de mamona com um dos seguintes materiais: composto de lixo, esterco bovino, lodo de esgoto e torta de mamona. O tratamento-controle foi composto por terra e casca de mamona. Aos 55 dias após o semeio, mediram-se a altura da planta, o número de folhas, a área foliar, o diâmetro caulinar, a massa seca da parte aérea e das raízes e os teores foliares de N, P, K, Ca, Mg, e S. O uso de apenas terra com casca de mamona moída proporciona menor crescimento das mudas. A adição do composto de lixo urbano, lodo de esgoto ou torta de mamona à composição do substrato proporciona melhor desenvolvimento das mudas. Mudas de pinhão manso cultivadas em substratos compostos por misturas de terra, casca de mamona e esterco bovino apresentaram os maiores teores foliares de fósforo, magnésio e enxofre, enquanto aquelas cultivadas em substrato composto por misturas de terra, casca de mamona e lodo de esgoto apresentaram os maiores teores foliares de potássio e cálcio.

  9. Análise de componentes principais de pães de forma formulados com farinha de yacon (Smallanthus sonchifolius (Poepp. H. Rob.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Moura Rolim

    2010-02-01

    Full Text Available O yacon, tubérculo de origem andina, vem sendo cada vez mais aplicado na tecnologia de alimentos, em virtude de suas propriedades funcionais, por ser fonte de inulina e fruto-oligossacarídeos, considerados prebióticos. Foram preparadas três formulações de pães, sendo uma padrão e duas testes contendo farinha de yacon, denominadas de amostra P (pão padrão, sem farinha de yacon, amostra A (pão com 6% de farinha de yacon e 3% de gordura e amostra B (pão com 11% de farinha de yacon sem adição de gordura. Para a avaliação sensorial foi realizada a Análise Descritiva Quantitativa (ADQ, utilizando-se 11 provadores treinados, os quais definiram 10 atributos sensoriais (aroma, cor, porosidade e uniformidade do miolo, sabor, textura, umectância, untuosidade, adesividade e qualidade global. Também foi realizada análise física dos pães, por meio da caracterização cromática. Os resultados da ADQ foram analisados por análise de variância e testes de médias de Duncan, a 5% de significância. Os resultados da ADQ foram representados graficamente por análise multivariada de análise de componentes principais (ACP. Nao houve diferença entre as amostras A e B em relação aos atributos porosidade, textura, sabor e qualidade global. A amostra A obteve média maior em atributos sensoriais indesejáveis como aderência, enquanto a amostra B apresentou maior média para o atributo umectância, devido ao maior teor de yacon. Na ACP, a soma de componentes principais 1 e 2 foi de 97,59%, ou seja, a variabilidade entre as amostras foi quase totalmente explicada por estes dois componentes. Os resultados obtidos demonstram o grande potencial para o desenvolvimento de novos produtos utilizando alimentos fontes de prebióticos, como os frutanos do yacon.

  10. Valor nutricional de farinha de trigo combinada com concentrado protéico de folha de mandioca Nutritional value of wheat flour mixed with cassava leaf protein concentrate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Bryan Heinemann

    1998-06-01

    Full Text Available Alimentos não convencionais, como a folha de mandioca, contendo cerca de 20% de proteína em base seca, vêm sendo empregados freqüentemente na alimentação humana como alternativa alimentar. O uso da proteína da folha de mandioca na forma de concentrado possibilita eliminar parte do material residual da folha, facilitando sua incorporação a diversos alimentos habituais como cereais, aumentando seu valor protéico. Esta pesquisa visou avaliar a qualidade protéica de misturas feitas à base de farinha de trigo e concentrado protéico de folha de mandioca (CPFM, nos níveis de 5 e 10 % em relação ao peso da farinha. O CPFM foi obtido através da trituração das folhas frescas com hidróxido de sódio 0,1 N, seguido de filtragem, precipitação da proteína do "suco" através de fermentação natural, homogeneização do precipitado e desidratação em spray dryer. Determinou-se a composição centesimal do CPFM (proteína 36,36%, fibras 3,79%, lipídios 12,26%, cinzas 8,59% e carboidratos 39,0%. O CPFM apresentou um bom perfil de aminoácidos, exceto metionina que se apresentou como limitante. Apesar da farinha de trigo ter aumentado seu escore químico com a adição de CPFM, a deficiência de lisina ainda prevaleceu. Ensaio biológico foi conduzido para determinar a qualidade protéica das misturas de farinha de trigo com CPFM. Não houve diferença significativa no ganho de peso dos ratos alimentados com dietas de farinha de trigo com ou sem adição de CPFM, sendo todas inferiores à dieta de caseína. Os valores de eficiência líquida protéica foram respectivamente 2,03, 1,98, 2,15 e 4,61 para dietas com zero, 5 e 10% de CPFM e de caseína. Houve redução significativa da digestibilidade com adição crescente de CPFM à farinha de trigo, sendo de 99,6% para farinha sem adição, 96,6% para dieta com 5% e 90,1% para dieta com 10% de CPFM, em relação à caseína. Portanto, embora o perfil de aminoácidos e escore qu

  11. ANÁLISE SENSORIAL E NUTRICIONAL DE TORTA SALGADA ELABORADA ATRAVÉS DO APROVEITAMENTO ALTERNATIVO DE TALOS E CASCAS DE HORTALIÇAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. D. J. SOUZA

    2008-11-01

    Full Text Available

    O aproveitamento integral de hortaliças além de enriquecer a dieta contribui para minimizar o desperdício de alimentos. Foram elaboradas duas tortas com talos de couve- flor e de brócolis e com cascas de cenoura e de beterraba. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a aceitabilidade dessas tortas e o teor nutricional das cascas, talos e tortas prontas. A análise sensorial foi realizada por 41 provadores não-treinados. Para a torta com menor teor de talos e cascas, o atributo textura teve nota 8,3 ± 0,9 sendo a mais aceita. Para a torta com maior teor, o sabor foi o atributo mais aceito com nota 8,0 ± 1,6. No teste sensorial, o atributo sabor foi significativamente (P < 0,05 diferente entre as amostras analisadas. A casca de cenoura apresentou 2,1g de proteínas e 1,0g de fibras por 100g. A casca de beterraba apresentou 1,4g de proteínas e 3,1g de fibra por 100g. O talo de couve flor apresentou 0,9 g de proteínas e 2,8g de fibras por 100g. O talo de brócolis apresentou 1,5g de proteínas e 4,0g de fibras por 100g. A análise dos resultados permitiu verificar que os talos e as cascas podem ser boas fontes de nutrientes e que as tortas preparadas apresentam teores importantes de nutrientes e fibras. Além disso, através da análise sensorial foi possível verificar a boa aceitação das tortas em relação ao sabor, aparência, textura e cor.

  12. Utilização de farinha de soja (Glycine max e de quinoa (Chenopodium quinoa no preparo de macarrão caseiro sem glúten
    Using of soy bean (Glycine max and quinoa (Chenopodium quinoa fl our to make homemade pasta without gluten

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. KIRINUS

    2011-04-01

    Full Text Available

    Sabendo da reduzida disponibilidade de produtos específi cos e indispensáveis para a melhoria da qualidade de vida de pacientes celíacos, este trabalho teve como objetivo elaborar dois tipos de massa para macarrão caseiro como alternativa alimentar para indivíduos que apresentam restrição ao consumo de glúten. Os macarrões foram elaborados por meio das seguintes etapas: homogeneização parcial, hidratação, amassamento e moldagem da massa, seccionamento em macarrão tipo talharim e cozimento em água e sal. Para realização da análise sensorial, participaram 40 provadores não treinados e não portadores de doença celíaca, os quais receberam três amostras de macarrão de farinha de trigo, macarrão de soja e macarrão de quinoa. A massa elaborada com farinha de soja foi mais bem aceita do que a elaborada com farinha de quinoa, podendo então ser sugerida como alternativa para a não privação de alimentos à base de glúten. Com o presente estudo, pôde-se concluir que existe a viabilidade de elaboração de macarrão caseiro do tipo talharim com farinha de soja ou de quinoa. Contudo, a massa elaborada com farinha de soja sugere características sensoriais mais promissoras.

  13. Níveis de hemoglobina e prevalência de anemia em gestantes atendidas em unidades básicas de saúde, antes e após a fortificação das farinhas com ferro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Regina Marchiori Antunes Araújo

    2013-06-01

    Full Text Available Avaliaram-se níveis de hemoglobina-Hb e prevalência de anemia em gestantes, antes e após a fortificação das farinhas. Estudo de avaliação do tipo antes e depois, com amostras populacionais independentes, realizado em unidades básicas de saúde de Maringá, PR. Foram avaliados 366 prontuários de gestantes Antes da fortificação obrigatória das farinhas, e 419 Após a fortificação. Gestantes com Hb 0,05, porém o Grupo Após a fortificação obrigatória apresentou média de Hb mais elevada (p < 0,05. Evidenciou-se associação entre Hb e Grupo, idade gestacional, gestação anterior, ocupação e situação conjugal (p < 0,05. Embora a fortificação de farinhas possa ter um papel no aumento da média de hemoglobina, é preciso considerar a contribuição de outras variáveis não investigadas.

  14. Viabilidade do processamento de pães com farinha de pinhão e iogurte / Viability of bread-making with Paraná-pine-nut flour and yogurt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darcléia Darcléia

    2009-04-01

    Full Text Available ResumoO pão é um alimento que resulta do cozimento de uma massa feita com farinha de certos cereais, principalmente trigo, água e sal. Hoje ele se apresenta sob numerosas variedades, condicionadas a culturas de cereais e a hábitos e necessidades dos consumidores. Os diversos tipos de pães decorrem dos diferentes tipos de farinha e de levedura utilizadas e também da forma de cozimento. O pinhão é a semente do pinho ou pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia, grande ocorrência no estado do Paraná. A farinha obtida é uma fonte de proteína, carboidratos e fibras e sua aplicação na indústria de alimentos poderia contribuir para melhorar o valor nutricional de vários produtos. O iogurte provém da fermentação do leite por bactérias lácticas selecionadas resultando em um produto de alta qualidade sensorial, com propriedades profiláticas e efeitos benéficos sobre a flora intestinal. O presente trabalho visa à substituição parcial da farinha de trigo pela farinha de pinhão e da água pelo iogurte. Os resultados dos testes de aceitação dos pães sem adição de farinha de pinhão e iogurte, com 5e 15%, 5e 25%, 10 e 15% e 10% e 25% de farinha de pinhão e iogurte, respectivamente, indicaram uma diferença significativa ao nível de 5% quanto à preferência dos julgadores. As formulações com 10% de farinha de pinhão e 15 e 25% de iogurte foram melhor aceitas pelos julgadores.AbstractBread is the result of the baking of a cereal dough that is usually made of wheat, water and salt. Nowadays, several varieties of bread exist, depending on cereal cultures and on consumer habits and needs. The many types of breads feature different types of flour and yeast, as well as of baking methods. The “pinhão” is the seed from an evergreen named “pinheiro”, the Paraná Pine (Araucaria angustifolia, abundant in Paraná state. The flour made from the Paraná-pine-nut is a source of protein, carbohydrates and fiber, and its

  15. Farinha de linhaça dourada como substituto de gordura animal em hambúrguer de carne bovina com redução de sódio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Francielly De Oliveira

    2014-12-01

    Full Text Available Os consumidores costumam associar os produtos cárneos processados a uma imagem negativa em função dos teores de gordura saturada, sódio e aditivos químicos que apresentam. O trabalho teve por objetivo estudar a influência da adição de farinha de semente de linhaça dourada (Linum usitatissimum L. como substituto de gordura suína e da utilização de sal com teor reduzido de sódio nas características físicas, químicas, microbiológicas e sensoriais de hambúrgueres de carne bovina. Visando tornar o hambúrguer mais saudável, seis formulações foram desenvolvidas mudando as concentrações de sal light e de farinha de linhaça. Os resultados demonstraram que a adição de 10,0% de farinha de semente de linhaça dourada em substituição a 100,0% do toucinho contribuiu para o aumento (p < 0,05 do teor de proteínas. A adição de 5,0% de farinha de linhaça dourada em substituição a 50,0% do toucinho refletiu em boas notas para todos os atributos sensoriais avaliados. Houve aumento (p < 0,05 dos percentuais de ômega-3 e cinzas, e redução (p < 0,05 dos lipídios totais e valor calórico, independente dos níveis de adição da farinha. A substituição de toucinho por farinha de semente de linhaça contribuiu para o menor encolhimento e melhor rendimento, bem como para maior retenção de umidade e de gordura dos hambúrgueres. O sal light não interferiu negativamente nas características microbiológicas dos hambúrgueres e quando associado com a adição de 5,0% de farinha de linhaça contribuiu para melhor (p < 0,05 sabor e aroma. Os resultados sugeriram que a adição de 5,0% de farinha de semente de linhaça dourada como substituto de 50,0% da gordura suína, bem como a redução de 60,1% do sódio em hambúrgueres de carne bovina, se caracterizou alternativa viável do ponto de vista nutricional e sensorial, contribuindo ainda para o maior rendimento do produto após o cozimento.

  16. Desenvolvimento de sorvete de chocolate utilizando fibra de casca de laranja como substituto de gordura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Comas e Boff

    2013-10-01

    Full Text Available A procura por alimentos mais saudáveis por parte dos consumidores tem impulsionado as indústrias de alimentos a desenvolverem alimentos que contenham menor teor de gordura, contudo sem alterar as características sensoriais e nutricionais dos produtos. A indústria de sorvetes é uma das que mais utiliza gordura em suas formulações, contendo, em média, 10% desse ingrediente. Uma alternativa para a substituição de gorduras é a fibra de frutas cítricas, que vem sendo utilizada com sucesso, reduzindo o teor de gordura na indústria de embutidos, por exemplo. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar as características sensoriais e físico-químicas de sorvetes elaborados com fibra de casca de laranja amarga comercial como substituto da gordura. Foram utilizadas duas formulações com concentrações diferentes de fibra de laranja (F1 com 0,74% e F2 com 1,10% de fibra e uma formulação controle (com gordura. Para as duas formulações, foram encontrados valores condizentes com a literatura para a composição centesimal do sorvete. Em relação ao valor energético dos sorvetes, foi observada uma redução de mais de 25%, indicando que o produto pode ter alegação de light. Para o teor de fibra dos sorvetes, os valores observados foram de F1 1,4% e F2, 2,0%, podendo considerar o sorvete da formulação F2 como fonte de fibras. Os atributos de cor, odor e textura não apresentaram diferenças entre as amostras. Já sabor, sabor residual e aceitação global obtiveram diferenças entre as amostras com fibra e a controle. Os sorvetes elaborados com fibra de casca de laranja obtiveram índices de aceitação de 78%.

  17. CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS E NUTRICIONAIS DE MINGAU DE PREPARO RÁPIDO A BASE DE FARINHAS DE ARROZ E SOJA DESENGORDURADA E LEITE EM PÓ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SIN-HUEI WANG

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Foram estudadas as características sensoriais e nutricionais de mingau de preparo rápido a base de farinhas de arroz (FA e soja desengordurante (FDS e leite em pó. A FA, 13,40% de umidade, e a FDS, 8,66% de umidade, foram cozidas isoladamente por microondas de 2450 MHz e misturadas nas porções de 90:10, 80:20, 60:40, e 50:50. Utilizando-se essas farinhas pré-cozidas mistas (50%, leite em pó (10%, açúcar (39% e sal (1%, foram elaborados diferentes mingaus de preparo rápido e nestes foram avaliados aparência, odor, sabor e consistência, sendo os que apresentaram a melhor consistência submetidos a um teste massal de preferência. Os melhores escores sensoriais foram encontrados para os mingaus preparados a base de 80:20, 70:30, 60:40% de FA e FDS, respectivamente, sendo os mesmos igualmente preferidos. Os mingaus de preparo rápido foram também avaliados nutricionalmente através das análises de composição centesimal, balanço de nitrogênio (BN, digestibilidade aparente (Da, e quociente de eficiência protéica (PER. Foi verificado que não houve diferenças significativas entre todos os mingaus estudados quanto ao BN, Da, Vba e NPUa, sendo que os maiores PERs foram encontrados nos mingaus obtidos a base de 90:10 e 80:20% de FA e FDS, respectivamente. PALAVRAS-CHAVE: Propriedades sensoriais; valor nutricional; mingau; farinha de arroz; farinha de soja desengordurada; microondas.

  18. Estudo do aproveitamento das vísceras do jacaré do pantanal (Caiman crocodilus yacare em farinha de carne Study of the utilization of the pantanal alligator's viscera for meat flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Fernando Romanelli

    2003-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo a produção de farinha de carne a partir das vísceras do jacaré do pantanal (Caiman crocodilus yacare e o estudo das propriedades físico-químicas, bioquímicas e bacteriológicas da farinha elaborada. Essas características que servem de parâmetro de controle de qualidade, são normalmente exigidas na comercialização de farinhas de carne elaboradas a partir de vísceras e outros materiais de descarte para animais de consumo doméstico. Os resultados obtidos do pH, acidez solúvel, composição percentual dos componentes, dos minerais Ca e P, digestibilidade em pepsina, aspecto microbiológico (presença de "salmonela" e estabilidade avaliada pelo nº de TBARS da farinha mostram ser viável o uso das vísceras do jacaré do pantanal como fonte alternativa de nutrientes para incorporação nas formulações de ração animal .The present paper shidied study the production of the meat flour from the pantanal alligator's viscera as well as the physic-chemical, biochemical and microbiological proprieties of the obtained flour. These proprieties can be parameters of quality control and are normally demanded in the trade of meat flour made from viscera and other discharge animals for domestic use.The results obtained from pH, soluble acidity, components percentual composition, Ca and P minerals, digestibility in pepsin, the microbiological aspect (salmonella determination, and the stability to the meat flour according to the evaluation of the number of TBARS, demonstrate the use of the viscera of the pantanal alligator are feasible as alternate source of nutrients for the incorporation in the formulating of animal feed.

  19. Consumo, digestibilidade e desempenho de novilhas alimentadas com casca de café em substituição à silagem de milho Intake, digestibility and performance of dairy heifers fed coffee hulls replacing of corn silage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Monteiro Araújo Teixeira

    2007-08-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a substituição da silagem de milho pela casca de café em dietas de novilhas leiteiras sobre os consumos, as digestibilidades aparentes totais dos nutrientes e o desempenho dos animais. Foram utilizadas 24 novilhas holandesas, puras e mestiças, distribuídas, de acordo com o peso inicial dos animais, em delineamento em blocos casualizados com quatro tratamentos (níveis de casca de café: 0,0; 7,0; 14,0 e 21,0% na base da MS total e seis repetições. Diariamente, todas as novilhas foram alimentadas com 2 kg de concentrado. Os consumos de MS aumentaram linearmente, enquanto os consumos de matéria natural (MN não foram influenciados pela inclusão de casca de café nas dietas. O aumento no consumo de MS foi de aproximadamente 20 g para cada unidade de casca de café adicionada na dieta (% MS e o consumo médio de MN foi de 13,84 kg/dia. As digestibilidades de MS, MO, PB, CT e FDN e a concentração de NDT das dietas reduziram linearmente com a substituição da silagem de milho pela casca de café, observando-se redução de 0,158 unidades percentuais na digestibilidade da MS para cada unidade de casca de café adicionada na dieta (% MS. A inclusão de casca de café afetou de modo negativo o ganho de peso, que reduziu linearmente (5,51 g de PV por unidade de casca de café adicionada a dieta conforme aumentaram os níveis de casca de café em substituição a silagem de milho. Em dietas para novilhas leiteiras, a casca de café pode substituir a silagem de milho em níveis de até 14% na MS total.The objective was to evaluate the replacement corn silage by coffee hulls in the diet on performance, total apparent digestibility of dairy heifers. Twenty-four dairy Holstein heifers, purebred and crossbred, were assigned, according to animal initial weight, to a randomized block design with four treatments (Coffee hulls levels: 0.0, 7.0, 14.0, and 21.0% DM basis and six replicates. All heifers were daily fed 2.0 kg

  20. ELABORAÇÃO DE PÃO DE SAL UTILIZANDO FARINHA MISTA DE TRIGO E LINHAÇA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. M. OLIVEIRA

    2008-11-01

    Full Text Available

    A linhaça (Linum usitatissimum L. é uma semente que possui compostos fisiologicamente ativos, sendo fonte de fibras, ômega-3 e lignanas. Seu consumo vem sendo associado à prevenção de algumas doenças e a benefícios nutricionais. O objetivo desse trabalho foi testar a viabilidade de utilização de uma farinha mista, composta de trigo e linhaça na produção de pão de sal através da avaliação das características físico-químicas, sensoriais e tecnológicas do pão. Testes preliminares de farinografia, extensografia e panificação experimental foram realizados para determinaçãoda melhor formulação, que foi utilizada para produção do pão em uma panificadora comercial. Esse pão foi avaliado quanto a características físico-químicas, sensoriais e de textura. A adição de farinha de linhaça ao pão de sal na proporção de 10% mostrou ser viável tecnicamente, com uma excelente aceitação pelos consumidores, sabor agradável e características físico-químicas similares ao pão de sal tradicional, representando uma opção mais nutritiva e saborosa para a alimentação diária de vários consumidores.

  1. PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS DE JUVENIS DE TAMBAQUI ALIMENTADOS COM RAÇÕES CONTENDO FARINHA DE CRUEIRA DE MANDIOCA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo PEREIRA JUNIOR

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de dietas com níveis crescentes de substituição do milho pela farinha de crueira de mandioca nos parâmetros hematológicos de juvenis de tambaqui. O estudo foi conduzido seguindo um delineamento experimental inteiramente casualizado com seis tratamentos (0%, 20%, 40%, 60%, 80%, 100% de substituição do milho pela farinha de crueira e quatro repetições. Foram distribuídos 480 juvenis de tambaqui com peso inicial médio de 6,6 g, em 24 caixas plásticas redondas. Após 75 dias de cultivo, dezesseis peixes por tratamento foram capturados e anestesiados para a coleta de sangue da veia caudal e determinação dos parâmetros hematológicos. Os resultados mostraram que os diferentes níveis de crueira de mandioca mantiveram os mesmos parâmetros hematológicos (hematócrito, eritrócito, hemoglobina, volume corpuscular médio, concentração de hemoglobina corpuscular média, glicose plasmática e proteína plasmática obtidos para os peixes alimentados com dieta sem esse ingrediente (controle, os quais não demonstraram diferenças significativas relacionadas aos diferentes tratamentos. Esse resultado demonstra que é possível substituir totalmente o milho pela farinha de crueira de mandioca em rações para juvenis de tambaqui, sem que haja comprometimentos dos parâmetros hematológicos desta espécie.

  2. ELABORAÇÃO DE LICOR DE CASCA DE TANGERINA (Citrus reticulata Blanco, VARIEDADE PONKAN, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CASCA E TEMPOS DE PROCESSAMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Luiza de ALMEIDA

    2012-04-01

    Full Text Available No presente trabalho objetivou-se elaborar e avaliar as características físico-químicas e aceitabilidade de licores de casca de tangerina, variedade Ponkan, com graduação alcoólica de 18ºGL e teor de açúcar de 350g.L-1, produzidos com diferentes concentrações de casca e tempos de processamento. Os tratamentos testados foram: 250g de casca e 7 dias de processamento, 250g de casca e 14 dias de processamento, 500g de casca e 7 dias de processamento e 500g de casca e 14 dias de processamento. Nos licores as análises realizadas foram: teor alcoólico, densidade, pH, sólidos solúveis, acidez titulável e teste de aceitabilidade. Na análise estatística o delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC, em esquema fatorial 2 x 2 com o uso do teste de Tukey na comparação das mé- dias dos tratamentos a 1 e 5% de probabilidade. Para o teste de aceitabilidade também foi aplicado o teste de Tukey a 1 e 5% de probabilidade. Nas análises foram utilizadas 6 repetições. Para o teste de aceitabilidade foram utilizados 100 provadores não treinados. O licor correspondente ao tratamento com 500g de casca e 14 dias de processamento, foi o que apresentou melhor comportamento quanto às suas características físico-químicas avaliadas. Todos os licores tiveram boa aceitação sensorial, obtendo médias acima de 7 (gostei regularmente. O licor preparado com a maior concentração de casca e maior tempo de processamento (500g de casca e 14 dias de processamento foi um dos mais aceitos quanto à cor, aroma e textura, embora o mesmo não tenha ocorrido com o quesito sabor.

  3. Estabilidade da cor de geléia de jambo (Eugenia malaccensis, L. sem casca armazenada aos 25 ºC e 35 ºC na presença e ausência de luz Stability of the color of mountain apple jelly (Eugenia malaccensis, L. without rind stored at 25 ºC and 35 ºC in the presence and absence of light

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Luis Cardoso

    2008-10-01

    Full Text Available O suco de jambo sem casca foi caracterizado quanto ao pH, acidez total titulável, pectina, sólidos solúveis, relação sólidos solúveis/acidez total titulável (ATT "ratio", açúcares redutores, porcentagem de umidade. Na geléia de jambo formulada com a adição de 0,28 % de ácido cítrico e 0,4 % de pectina ATM em relação ao suco, na proporção de 50 % de açúcar (90% de sacarose e 10 % de glicose para 50 % de suco refinado, acondicionadas em copo de vidro e estocadas a 25 ºC e a 35 ºC, com e sem luz. A análise objetiva da cor foi feita por meio do espectrofotômetro CONCOR MS 1500 Plus, utilizando-se o iluminante C, ângulo de 10 graus e sistema Lab Hunter (configuração DREOL. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de Tukey, tendo-se isolado fatorialmente os fatores de armazenamento estudados (tempo, luz e temperatura. Foram calculados os modêlos cinéticos das variações das luminosidade (L Hunter, vermelho (aHunter e amarelo (bHunter. A geléia apresentou uma diminuição de L Hunter durante o tempo de armazenamento estocagem, menor valor na ausência de luz e maior temperatura. A cor vermelha aHunter aumentou na geléia estocada sem luz e maior temperatura. Houve um acréscimo de aHunter ao longo do tempo de armazenamento. O cálculo da cinética da luminosidade, do vermelho e do amarelo durante o período de estocagem mostrou constante de velocidade de reação de 0,01389, 0,007565 e 0,0211 respectivamente.The juice of pilled mountain apple had been characterized according to the pH, titratable acidity (AT, pectin, total soluble solids (SST, relation SST/AT - "ratio", reducing sugars and contents of moisture. In the mountain apple jelly formulated with the citric addition of acid 0,28 % of and 0.4 % of ATM pectin in relation to the juice, the ratio of 50 % of sugar (90 % of sucrose and 10 % of glucose for 50 % of fine juice, conditioned in glass cup and storedat the 25 ºC and the 35 ºC, with and

  4. Elaboração e aceitabilidade de biscoitos enriquecidos com aveia e farinha de bagaço de uva Elaboration and acceptability of cookies enhanced with oat and flour grape pomace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Piovesana

    2013-03-01

    Full Text Available A crescente demanda por alimentos benéficos à saúde é acompanhada pela busca por processos que gerem baixo volume de resíduos sólidos ou que proporcionem seu reaproveitamento. Este trabalho propõe a elaboração e a avaliação da aceitabilidade de biscoitos enriquecidos com aveia e farinha de bagaço de uva. A farinha de bagaço de uva, produzida como alternativa de utilização do grande volume deste resíduo gerado pela indústria vitivinícola, representa uma ótima fonte de fibras e antioxidantes naturais de baixo custo. Esta foi obtida por meio da moagem do bagaço seco e posterior padronização granulométrica. A farinha integral de aveia, fonte de fibras alimentares, foi obtida pela moagem da aveia em flocos. Para a elaboração dos biscoitos, foram utilizadas três formulações com diferentes percentuais de substituição da farinha de trigo por farinha integral de aveia e farinha de bagaço de uva, as quais foram denominadas formulações A, B e C, com níveis de substituição de 30%, 40% e 50%, respectivamente. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, os resultados submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. Os resultados obtidos demonstraram que os biscoitos elaborados apresentaram propriedades sensoriais aceitáveis, sendo os percentuais de substituição utilizados neste estudo aceitos pelos julgadores, dentre todos os atributos avaliados. O uso da aveia fornece um incremento de fibra alimentar e a farinha de bagaço de uva é um ingrediente alternativo para o reaproveitamento de um produto normalmente descartado.The growing demand for healthy food is accompanied by a search for processes that generate low volumes of solid waste, or which provide for its reuse. This paper proposes the development and evaluation of the acceptability of cookies enriched with oat and grape pomace flour. The grape pomace flour, produced as an alternative

  5. Caracterização tecnológica de cookies produzidos com diferentes concentrações de farinha de algaroba durante armazenamento por 120 dias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rennan Pereira de Gusmão

    2018-02-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar os parâmetros de qualidade (firmeza, fraturabilidade, atividade de água e cor de biscoitos enriquecidos com diferentes percentuais de farinha de algaroba (5%, 15% e 25%, durante o armazenamento por 120 dias, além de determinar as características físicas (espessura, diâmetro, fator de expansão, volume específico e massa, físico-químicas (teor de água, cinzas, proteínas, açúcares, lipídios e fibras e minerais (cálcio, fósforo e ferro. Os parâmetros de qualidade desses produtos foram acompanhados durante 120 dias de armazenamento, com intervalo de 15 dias entre as medições. Foram realizadas as caracterizações física e físico-química, e os minerais foram determinados por espectroscopia de difração de raios X por energia dispersiva. Os parâmetros de qualidade foram analisados estatisticamente, utilizando-se um delineamento experimental fatorial, com dois fatores: nove períodos de armazenamento e três formulações de biscoitos. Conclui-se que, após o período de 120 dias de armazenamento, houve diferença significativa entre os parâmetros de qualidade dos biscoitos. Os biscoitos elaborados com farinha de algaroba tiveram sua atividade de água, fraturabilidade e luminosidade aumentada, e sua firmeza e intensidade de amarelo e vermelho, reduzidas. Com o aumento da concentração de farinha de algaroba na formulação dos biscoitos, ocorreu uma variação maior entre a atividade de água inicial e a atividade de água final, e entre luminosidade inicial e luminosidade final. Os biscoitos enriquecidos com farinha de algaroba apresentaram nutrientes, como cálcio, ferro e fósforo, e características de qualidade aceitáveis durante o armazenamento, com comportamento similar a produtos já existentes no mercado.

  6. Quantitative determination by HPLC of iridoids in the bark and latex of himatanthus sucuuba Determinação quantitativa por CLAE de iridóides nas cascas e látex de Himatanthus sucuuba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Rocha de Andrade Silva

    2007-01-01

    Full Text Available The main iridoids from the bark and latex of Himatanthus sucuuba were isolated and characterised by spectroscopic methods. HPLC was used for the quantitative analyses of these iridoids and the chromatograms of bark and latex showed a similar iridoid composition. Both parts of the plant are used in folk medicine for the treatment of various ailments.Os iridóides principais das cascas e látex de Himatanthus sucuuba foram isolados e caracterizados por métodos espectroscópicos. CLAE foi utilizada para a análise quantitativa desses iridóides e os cromatogramas da casca e do látex apresentaram uma composição semelhante de iridóides. Ambas as partes da planta são utilizadas na medicina popular para o tratamento de várias doenças.

  7. Qualidade protéica de pão de sal contendo farinha de linhaça (Linum usitatissimum L.
    Protein quality of “french” bread containing flaxseed flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. T. S. BORGES

    2010-09-01

    Full Text Available

    As proteínas são moléculas essenciais aos organismos animais, devendo, portanto, estar presentes na alimentação em quantidades adequadas. Além do aspecto quantitativo deve-se considerar o aspecto qualitativo, isto é, seu valor nutricional, que dependerá da composição, digestibilidade, biodisponibilidade de aminoácidos essenciais, ausência de toxicidade e de fatores antinutricionais. O objetivo do presente estudo foi determinar a digestibilidade in vivo e a qualidade nutricional de proteínas de pães de sal obtidos com farinhas mistas de trigo e linhaça integral nas proporções de 90:10 e 85:15. Os melhores resultados para ganho de peso, coefi ciente de efi cácia alimentar, coefi ciente de efi cácia protéica e razão protéica líquida foram obtidos quando maior teor de farinha de trigo foi substituído pela farinha integral de linhaça na formulação dos pães. A lisina foi o primeiro aminoácido limitante em todos os produtos elaborados. A substituição parcial da farinha de trigo pela farinha de linhaça não melhorou a qualidade protéica dos pães estudados.

  8. FORMULAÇÃO E ESTABILIDADE DE CORANTES DE ANTOCIANINAS EXTRAÍDAS DAS CASCAS DE JABUTICABA (MYRCIARIA ssp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geirla Jane Freitas SILVA

    2010-12-01

    Full Text Available

    A busca de fontes alternativas de pigmentos naturais tem estimulado o desenvolvimento de pesquisas em diferentes frutos tropicais, como a jabuticaba. Esse fruto é rico em antocianinas, um pigmento natural que, além da capacidade de conferir cor, também possui capacidade antioxidante na captura de radicais livres, responsáveis, dentre outras ações, pela proliferação de células tumorais e pelo envelhecimento precoce. Assim, o objetivo dessa pesquisa foi caracterizar e avaliar a estabilidade de corantes formulados a partir de cascas de jabuticaba. Os pigmentos naturais desse fruto foram associados a dois veículos estabilizantes (maltodextrina e goma arábica em três proporções diferente, submetidos ao processo de atomização e expostos a luz a uma temperatura de 25 ± 2°C, comparando-se com amostras controle não expostas a luz, armazenadas a 10 ± 2°C. A estabilidade foi avaliada através de análises de antocianinas totais, polifenóis totais, atividade antioxidante e avaliação colorimétrica. Os corantes apresentaram elevados teores de antocianinas (p0,05, tendo havido maiores degradações nas amostras armazenadas sob incidência de luz a 25°C (p0,05, evidenciando o efeito deletério da luz sob esses compostos. Comparando as três proporções dos dois carboidratos utilizados, os pigmentos antociânicos mostraram-se mais estáveis quando utilizados somente o carboidrato maltodextrina na proporção de 30%. Portanto, as cascas de jabuticaba apresentaram-se como boas fontes de pigmentos naturais, apresentando-se como alternativa viável na obtenção de corantes.

  9. Produção de farinha instantânea de mandioca: efeito das condições de extrusão sobre as propriedades térmicas e de pasta = Cassava instant flour: effect of extrusion conditions on thermal and viscosity properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Helena Borges Lustosa

    2009-04-01

    Full Text Available Com o avanço de tecnologias, existe a possibilidade da introdução, no mercado, de farinhas de mandioca diferenciadas, como as farinhas instantâneas, sendo esta uma alternativa de grande interesse para as indústrias processadoras de mandioca. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da temperatura de extrusão, umidade da farinha e rotação da rosca sobre as propriedades térmicas e de pasta de farinhas de mandioca extrusadas. Os resultados obtidos mostraram efeitos significativos da rotação da rosca sobre a viscosidadeinicial, pico e quebra de viscosidade. O pico de viscosidade foi influenciado pelos três parâmetros de processo, não sendo observados efeitos significativos dos parâmetros sobre a viscosidade final e tendência a retrogradação. As propriedades térmicas das farinhasextrusadas não apresentaram entalpia de gelatinização residual.With the advancement of technology, there is the possibility ofintroduction of differentiated flours, such as cassava instant flour. This alternative has generated great interest from the cassava processing industries. This study aimed to assess the effect of extrusion temperature, moisture content and screw speed on the thermal and viscosity properties of extruded cassava flour. The results showed significant effects of process parameters on the viscosity properties, with effect of screw speed on cold viscosity,viscosity peak and breakdown. The viscosity peak was influenced by the three parameters of extrusion process. No significant effects of operational conditions were observed on the final viscosity and retrogradation. The thermal properties of extruded cassava flours showed no residual enthalpy of gelatinization.

  10. Rotas de aproveitamento tecnológico de resíduo orgânico agrícola : casca de coco, casca de cacau e casca de café : destinadas à geração de energia

    OpenAIRE

    Batista, Renato Rocha

    2014-01-01

    A avaliabilidade de resíduos agrícolas para geração de bioenergia vem se destacar como interesse recente por parte do setor de agroenergia. Para essa finalidade, esse trabalho de dissertação realiza-se um estudo bibliográfico de caracterização de resíduos da casca do cacau, coco e café; para adequação às tecnologias de biodigestão anaeróbia, pirólise e combustão direta. Avalia-se as possibilidades de rotas tecnológicas para a transformação do potencial energético inerente à ...

  11. Cassava flour separation using inverse cyclone Separação de farinha de mandioca em um ciclone inverso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. Herrera

    2007-10-01

    Full Text Available In developing countries cassava starch is produced mostly rurally using artisan methods through wet-way processes that consume as much as 37 m³ of water per processed ton. In comparison, the little industrial production consumes 5 m³ of water per processed ton. These waste waters, highly contaminated, are usually discharged in to the rivers without any treatment. With the aim of industrializing the cassava flour production, CIAT and CLAYUCA are developing an alternative dry technology, environmentally sustainable, to produce enriched flour as a starch substitute. The intention is to separate the starch enriched flour ( 44 mum. The use of an inversely operated cyclone (related to the conventional operation showed good potential in terms of efficiency and economy. In this paper we propose pressure drop (deltap, fines (Nos países em desenvolvimento, a maioria do amido de mandioca é produzido ruralmente, via úmida e com consumo de 37 m³ de água por tonelada processada. A minoritária produção industrial consome 5 m³ de água por tonelada processada. Estas águas altamente poluentes são descarregadas nàs correntes superficiais, sem tratamento adequado. Para industrializar a mandioca e fazer os processos ambientalmente sustentáveis, CIAT y CLAYUCA estão desenvolvendo tecnologias alternativas de produção seca de farinha enriquecida, elemento substitutivo do amido. A finalidade é separar a farinha fina enriquecida em amido ( 44 mim. O uso de um ciclone operado de maneira inversa à convencional, mostrou-se como alternativa muito promissóro em termos de efetividade e economia. Aqui propõese, como parâmetros de desempenho do dispositivo, a queda de pressão (deltap, a efetividade (eta de captura de finos menores de 44 mim e a qualidade (q dos finos capturados. As provas mostram que deltap,eta, e q depende da velocidade de entrada ao ciclone (v g e da concentração (c de sólidos na alimentação. As eta, e q obtidas (60 e 80% mostram

  12. Estabilidade oxidativa e sensorial de farinhas de trigo e fubá irradiados Oxidative and sensorial stability of radiated wheat and corn flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Claro da Silva

    2010-06-01

    Full Text Available Os grãos de cereais são suscetíveis ao ataque de insetos e micro-organismos durante o armazenamento. Pesquisas demonstram a viabilidade da utilização da tecnologia de irradiação gama para a conservação de grãos de cereais e seus produtos. O objetivo do trabalho foi verificar o efeito de diferentes doses da radiação gama (3; 4,5; 6 kGy em farinha de trigo e fubá e nos seus atributos sensoriais e físico-químicos. As amostras foram irradiadas em irradiador comercial modelo PR1 da CBN, com atividade de 1.200.000 Ci e a taxa de dose de 7 kGy/hora. A irradiação não afetou a qualidade oxidativa das farinhas durante o seu tempo de armazenamento definido dentro do período de validade usual de mercado, no entanto a qualidade sensorial foi afetada negativamente em todos os tratamentos, assim como as suas propriedades viscoelásticas. Sob as condições do experimento, se pode concluir que a irradiação pode ser uma alternativa para conservação de farinhas.Cereals are susceptible to the attack of insects and microorganisms during storage. Research has demonstrated the viability of the use of gamma irradiation technology for the preservation of cereal grains and their products. The objective of this study was to verify the effect of different doses of gamma radiation (3; 4.5; and 6 kGy on wheat and corn meal by evaluating the physicochemical and sensorial attributes of these flours. The samples were radiated in a commercial irradiator, model PR1 of the CBN, at 7 kGy/hour dose tax and activity of 1.200.000Ci. Irradiation did not affect the oxidative quality of the flours in any of the treatments administered prior to the expiration date. On the other hand, the organoleptical properties were negatively affected, as well as the viscoelastic properties of these flours. Under the conditions of our experiment, it can be concluded that irradiation may be an alternative means of flour preservation.

  13. Substituição de farinhas de origem animal por ingredientes de origem vegetal em dietas para frangos de corte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bellaver Claudio

    2005-01-01

    Full Text Available Devido às exigências de alguns importadores, por motivação cultural ou devido a zoonoses recém acontecidas na Europa, tem havido um direcionamento para fabricação de rações vegetais com base em milho e farelo de soja (FS. Esse direcionamento traz conseqüências na produção e por isso, objetivou-se avaliar a resposta de frangos de corte alimentados com dietas contendo farinhas de carne e ossos (FCO e farinha de vísceras de aves (FV e dietas contendo milho e FS. As dietas foram calculadas para conterem 3.050 e 3.150 kcal EM/kg de ração nas fases inicial e de crescimento, respectivamente, e com os demais nutrientes calculados para atenderem às exigências das aves. A substituição de ingredientes foi testada variando-se os níveis de proteina nas fases inicial e de crescimento respectivamente, da seguinte forma: 1. Dieta com inclusão de 4% de FCO suína e 3% de FV, calculada por proteína ideal, com 22% (inicial e 20 % de PB (crescimento; 2. Dieta semelhante à dieta 1, sem farinhas de origem animal, formulada a base de milho e FS, com PB e lisina digestível semelhantes à dieta 1; 3. Dieta semelhante à dieta 2, com 23% (inicial e 21% de PB (crescimento e lisina digestível semelhante a dieta 1; 4. Dieta semelhante à dieta 2, com 24% (inicial e 22% de PB (crescimento e lisina digestível 6% e 5% superiores à dieta 1. Houve diminuição significativa da matéria seca da cama das aves devido à presença de ingredientes exclusivamente vegetais e aumento do teor de proteína das dietas (P0,05; havendo, porém, maior peso dos pés (P<0,01 nas dietas com menor porcentagem de matéria seca da cama de aviário.

  14. Efeitos da farinha de folhas de mandioca sobre a peroxidação lipídica, o perfil lipídico sangüíneo e o peso do fígado de ratos Effects of cassava leaf flour on lipidic peroxidation, blood lipidic profile and liver weight of rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Séfora de Melo

    2007-04-01

    Full Text Available Sabe-se que polifenóis e saponinas apresentam efeitos antioxidante e hipolipidêmico, respectivamente. Como folhas de mandioca contêm estas substâncias, foi investigado o efeito de dietas contendo a farinha de folhas de mandioca (FFM sobre a peroxidação lipídica, o perfil lipídico sangüíneo e o peso do fígado de ratos. Para isto, folhas maduras de mandioca (Manihot esculenta Crantz cv. Cacao foram secas em estufa ventilada a 30-35 ºC e trituradas sem os pecíolos. Um ensaio biológico, com 32 ratos machos Wistar, foi conduzido por um período de 7 semanas com quatro tratamentos: dieta controle e dietas contendo 5%, 10% e 15% de FFM, sendo todas suplementadas com 1% de colesterol. As dietas se apresentaram isoenergéticas e contendo os mesmos níveis de proteína digestível e fibras. Foi observado que dietas contendo FFM não apresentaram efeitos significativos sobre o perfil lipídico sangüíneo e sobre as variáveis de desempenho, mas contribuiram para o aumento no peso do fígado. Já as dietas contendo 10% e 15% de FFM foram associadas à redução nos teores plasmáticos de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico.It is well known that polyphenols and saponins present antioxidant and hypolipidemic effects, respectively. As cassava leaves contains these substances, the effects of diets supplemented with cassava leaf flour (CLF on lipidic peroxidation, blood lipid profile and liver weight of rats were investigated. Therefore, ripe cassava leaves (Manihot esculenta Crantz cv. Cacao were dried in a ventilated oven at 30-35 ºC and ground without the petioles. A biological assay was conducted during 7 weeks with 32 Wistar male rats submitted to four treatments: control diet and diets containing 5%, 10% and 15% CLF, all supplemented with 1% cholesterol. Diets were isoenergetic and contained the same levels of digestible protein, and fibers. It was observed that diets containing CLF presented no significant effect on blood

  15. Qualidade microbiológica na obtenção de farinha e fécula de mandioca em unidades tradicionais e modelo Microbiological quality in the flour and starch cassava processing in traditional and model unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Resende Dósea

    2010-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade microbiológica de farinha e fécula durante as diferentes etapas do processamento de mandioca, em unidades tradicionais e em uma unidade modelo. Foram determinados índices de coliformes totais e termotolerantes, Bacillus cereus, Salmonela spp., bactérias e fungos nas farinhas e féculas. Não foram observadas presenças de B. cereus e Salmonella spp. na farinha e fécula de mandioca produzidas nas unidades estudadas. A incidência microbiana diminui com o avanço da etapa do processamento para obtenção de farinha e foi menor na unidade modelo. Após o processo de torra, a carga microbiana estava de acordo com os valores preconizados pela legislação brasileira, concluindo-se que essa etapa pode ser considerada como crítica na obtenção de farinha. Na obtenção de fécula, a carga microbiana nas unidades tradicionais são maiores que na modelo, e o aumento do número de extrações promove o aumento da incidência de microrganismos, sendo recomendadas apenas quatro extrações.The objective of this research was to evaluate microbiological contamination in the flour and starch during cassava processing in traditional and model units. The total and fecal coliforms indexes, Bacillus cereus, Salmonella, bacteria, yeast and fungi were determined. Bacillus cereus and Salmonella were not detected in any sample. The incidence of microorganisms decreased along the processing to obtain cassava flour, and is lower in model unit. After the roasting process, the microbial load was below the values established by the Brazilian legislation, and can be regarded as a critical step in obtaining cassava flour. Concerning starch production, the microbial load in the traditional units was higher than in the model units, and the increase of the extraction steps has promoted the growth of microorganisms. It's recommended the used of only 4 extractions.

  16. Influência do tipo de farinha de trigo na elaboração de bolo tipo inglês Influence of the type of wheat flour in the elaboration of english-type cake

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Gutkoski

    2011-12-01

    Full Text Available A farinha de trigo destinada à produção de bolo deve apresentar baixo teor protéico, massa extensível e baixa força geral de glúten. A pesquisa objetivou avaliar a influência do tipo de farinha de trigo na elaboração de bolo tipo inglês empregando a metodologia padrão de teste laboratorial proposta pela AACC. As amostras de farinha de trigo foram coletadas aleatoriamente em moinhos de trigo da região e os demais ingredientes adquiridos no comércio local. As farinhas de trigo foram caracterizadas quanto ao teor de proteína bruta, amido danificado, alveografia e farinografia. A repetibilidade e a reprodutibilidade da metodologia foi avaliada empregando uma das farinhas. Os bolos tipo inglês foram produzidos pela mistura dos ingredientes: farinha de trigo, açúcar refinado, margarina, leite em pó, ovo desidratado, sal, fermento químico e água em condições laboratorial pré-definidas. Os bolos foram avaliados quanto ao volume específico, atividade de água, características internas, porosidade, cor da crosta e cor do miolo. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as diferenças entre as médias comparadas entre si pelo teste de Tukey a 5% de significância. A amostra de farinha de trigo com 68 x 10-4 J se mostrou mais adequada para elaboração de bolo tipo inglês, apresentando maior volume específico e maior escore de pontos, avaliado através das características sensoriais.Wheat flours for cake production must show features such as low protein content, dough extensibility and low gluten strength. The aim of this research was to evaluate the influence of the type of wheat flour in the elaboration of English-type cake using the standard method for laboratory testing proposed by AACC. The wheat flour samples were collected at random from wheat mills in the region, and the other ingredients were obtained at the local market. The wheat flours were characterized according to their crude protein content

  17. Capim-elefante ensilado com casca de café, farelo de cacau ou farelo de mandioca Elephant grass ensiled with coffee hulls, cocoa meal and cassava meal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aureliano José Vieira Pires

    2009-01-01

    Full Text Available Este experimento foi conduzido para avaliar a composição química, a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS e as características fermentativas de silagens de capim-elefante com 15% de casca de café, farelo de cacau ou farelo de mandioca. A adição dos co-produtos no momento da ensilagem foi realizada na base da matéria natural (peso/peso, com dez repetições por tipo de silagem. As silagens com casca de café e farelo de mandioca apresentaram maiores teores de matéria seca. A silagem com farelo de mandioca apresentou os menores teores de nitrogênio total, extrato etéreo e componentes fibrosos. O maior valor de DIVMS foi observado na silagem com farelo de mandioca (74,1% e o menor, na silagem com casca de café (54,3%. As silagens controle e com farelo de cacau apresentaram valores de digestibilidade semelhantes, 61,4 e 61,2%, respectivamente. Na avaliação das características fermentativas das silagens, não houve diferença entre os teores de ácidos orgânicos, porém o pH da silagem com casca de café (4,6 foi superior ao das demais silagens (4,1. A utilização de farelo de mandioca na ensilagem de capim-elefante reduz os componentes da parede celular e aumenta a DIVMS das silagens. Tanto a casca de café como o farelo de cacau adicionados no momento da ensilagem reduzem o valor nutritivo da silagem.The experiment was carried out to evaluate the chemical composition, the in vitro dry matter digestibility (IVDMD and the fermentative characteristics of elephant grass silage with 15% of coffee hulls, cocoa meal or cassava meal. The addition of co-products at the ensilage moment was performed in the natural matter basis (weight/weight, with ten repetitions per treatment. Silages with coffee hulls and cassava meal showed higher dry matter levels. The silage with cassava meal presented smaller total nitrogen, ether extract and fibrous components levels. The highest IVDMD value was observed for silage with cassava meal (74

  18. Qualidade físico-química de farinhas de genótipos de berinjela (Solanum melongena L. submetidas ao cultivo orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosicleide dos Santos da Silva

    2016-08-01

    Full Text Available Atrelado ao valor nutricional vem sendo atribuída à berinjela algumas propriedades funcionais, como a capacidade de diminuir o colesterol plasmático e o efeito hipoglicêmico. Por suas características nutricionais, a farinha de berinjela se destaca como um importante ingrediente alimentar, visto que apresenta, em relação à farinha de trigo, maior teor de proteínas, cinzas e fibra alimentar. Dados sobre os efeitos benéficos da berinjela evidenciam a importância do conhecimento detalhado de sua composição química para especificações nutricionais, adequação de dietas e para a ciência de alimentos. Em vista do manejo diferenciado, o cultivo sustentável demanda cultivares bem adaptadas e que proporcionem o melhor rendimento e elevado padrão de qualidade, o que pode interferir na composição dos frutos e, por conseguinte na farinha elaborada a partir destes. Dessa maneira, objetivou-se avaliar as características físico-químicas das farinhas de berinjela de diferentes genótipos sob o sistema de cultivo orgânico. Os resultados demonstraram que o genótipo comprida foi o que proporcionou a obtenção de uma farinha com maior potencial nutritivo, destacando-se nos conteúdos de proteínas, lipídeos e cinzas, frente aos demais materiais analisados.Physicalchemical quality of the flour of eggplants genotypes (Solanum melongena L. submitted to an organic cultivationAbstract: Besides its nutritional value, it has been atributed to  eggplant some functional properties, just like the capacity to diminish  plasmatic cholestherol and its hypoglycemic effects, the eggplant outstands, for its nutritional characteristics, as an important ingredient , said that it shows in relation to wheat flour (ordinary baking flour a bigger fiber and protein rate. Datum about the benefits of the eggplant raise the relevance on the detailed knowledge of its chemical composition to  nutritional especifications. From adequating diets to food

  19. Cinza de casca de arroz (CCA altamente reativa: método de produção e atividade pozolânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauro Mitssuchi Tashima

    Full Text Available Este trabalho apresenta um método de produção para a obtenção de cinza de casca de arroz (CCA de elevada reatividade a partir de um processo de combustão não controlado. São detalhados os processos de obtenção da CCA, assim como sua atividade pozolânica. Pela Análise Termogravimétrica (TGA, foi possível quantificar o consumo de portlandita por parte da CCA, ou seja, a reação pozolânica. Adicionalmente, foram preparadas argamassas com diferentes porcentagens de CCA (5%, 10% e 15% com o objetivo de comprovar sua influência nas propriedades mecânicas. Os resultados obtidos mostram que a CCA em estudo apresenta elevada reatividade, podendo ser utilizada como uma fonte alternativa da sílica ativa (SA.

  20. EFEITO DA ADIÇÃO DE RESÍDUOS DE PODA DA ERVA-MATE EM PAINÉIS AGLOMERADOS

    OpenAIRE

    Carvalho, Amelia Guimarães; Andrade, Bruno Geike de; Cabral, Carla Priscilla Távora; Vital, Benedito Rocha

    2015-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade técnica da utilização de resíduos da poda de erva-mate na produção de painéis aglomerados. Foram produzidos painéis de aglomerados nas seguintes composições: 100% de pinus (T1), 100% de resíduos de erva-mate com casca (T2), 100% de resíduos de erva-mate sem casca (T3), 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate com casca (T4) e 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate sem casca (T5). Os painéis foram produzidos com o adesivo ureia-fo...

  1. Stability of cassava flour-based food bars Estabilidade de alimento em barra à base de farinha de mandioca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erica Caroline da Silva

    2013-03-01

    durante 180 dias, com o intuito de garantir um alimento seguro e possibilitar sua entrada no mercado. As barras perderam textura dentro das embalagens após 90 dias, mas as características organolépticas permitiram aos provadores perceberem essa tendência a partir de 30 dias. As análises fisico-químicas e microbianas confirmaram que as barras permaneceram como alimento seguro durante 180 dias. Os resultados mostraram que 45 g de barras de farinha de mandioca enriquecidas com castanhas e frutas secas podem satisfazer 6% da ingestão diária de fibras, com valor calórico intermediário entre barras comuns e as do tipo energéticas. A adaptação da formulação com ingredientes locais (frutas, castanhas de diferentes regiões brasileiras poderá proporcionar a valorização deste produto tradicional como alimento rápido.

  2. Utilização da farinha de feijão-caupi (Vigna unguiculata L. Walp na elaboração de produtos de panificação Utilization of cowpea flour in the development of bakery products

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karoline de Macêdo Gonçalves Frota

    2010-05-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo enriquecer produtos de panificação do tipo biscoito e rocambole com farinha de feijão-caupi (FFC, avaliar sua aceitabilidade e composição química, incluindo o conteúdo dos minerais (ferro, zinco, magnésio, potássio e fósforo e das vitaminas (tiamina e piridoxina. Foram desenvolvidas três formulações de biscoito contendo 10, 20 e 30% FFC e duas formulações de rocambole contendo 10 e 20% FFC. Observou-se um aumento no teor protéico do biscoito 30% FFC e do rocambole 20% FFC e na quantidade de cinzas dos biscoitos 20 e 30% FFC e rocambole 20% FFC, quando comparados às formulações padrão. O teor dos minerais analisados e de piridoxina aumentou à medida que FFC foi adicionada, enquanto a concentração de tiamina aumentou somente no rocambole 20% FFC. O biscoito com 10% FFC apresentou maior aceitação (84,4%, dentre os biscoitos formulados com FFC, além disso, os rocamboles com 10 e 20% FFC tiveram boa aceitação (86,7 e 77,8%, respectivamente. Todas as formulações contendo FFC tiveram notas superiores a 6, mostrando que os produtos foram aceitos sensorialmente. Desta forma, a adição de FFC visando melhorar o valor nutritivo de formulações à base de cereais é viável.This work had as objective to enrich bakery products (biscuit and rocambole or Brazilian roll with cowpea flour (CF to analyze their acceptability and chemical composition including mineral contents (iron, zinc, magnesium, potassium, and phosphorus and vitamins (thiamine and pyridoxine. Three formulations of biscuits containing 10, 20, and 30% CF and two formulations of Brazilian rolls with 10 and 20% CF were developed. It was observed an increase in the protein contents of the 30% CF biscuits and 20% CF Brazilian roll, as well as in the ash value of 20 and 30% CF biscuits and 20% CF Brazilian roll, when compared to a standard formulation. The concentration of minerals and pyridoxine analyzed increased with the addition of

  3. Elaboração e Caracterização de cookie com adição de farinha do mesocarpo do fruto do Marizeiro (Geoffroea spinosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaciara D. Costa

    2015-04-01

    Full Text Available O Marizeiro (Geoffroea spinosa é uma planta originária do bioma Caatinga, vegetação características da Região Nordeste do Brasil, que já fora considerada uma boa fonte de alimento. O fruto do Marizeiro, Mari, possui boas fontes de proteínas e açucares e baixo teor de lipídios. Por suas características nutricionais, a farinha do mesocarpo do Mari desponta como ingrediente alimentar altamente desejável para enriquecer outros alimentos. O objetivo do nosso trabalho foi obter um biscoito tipo cookie enriquecido com a farinha do mesocarpo do fruto do Mari, avaliar suas características físico-químicas e microbiológicas. Os dados da caracterização físico-químico revelaram excelentes níveis proteicos para as amostras F2 com 5% e F3 com 10% de farinha do mesocarpo do fruto do Mari que variou, respectivamente, de 3,7 à 8,6%. Com relação às análises de acidez, umidade e cinzas todos os teores estão dentro dos padrões constantes na legislação brasileira. As análises microbiológicas indicaram não haver a presença de Salmonella sp e Estafilococos coagulase positiva, o crescimento de Coliformes a 35ºC encontraram-se dentro dos padrões estabelecidos pela legislação vigente. Os biscoitos tipo cookie enriquecidos se caracterizaram como alimento funcional por serem ricos em minerais e proteínas devido aos ingredientes da formulação.

  4. AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE FARINHAS OBTIDAS A PARTIR DE VEGETAIS NÃO CONFORMES À COMERCIALIZAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Miranda ETHUR

    2010-12-01

    Full Text Available

    Vegetais não conformes à comercialização que são desperdiçados podem ser utilizados como fontes alternativas de nutrientes, com o objetivo de aumentar o valor nutritivo da dieta da população, minimizar a fome e solucionar defi ciências de minerais. Realizou-se a caracterização de minerais e avaliações físico-química e microbiológica de farinhas obtidas a partir de vegetais não conformes à comercialização. Após a desidratação verifi cou-se uma redução de 88,3% na atividade de água da beterraba, 89,7% na de cenoura e de 88,3% nas de espinafre. Através das curvas de secagem, estipulou-se um tempo de secagem de nove horas para as demais secagens de cenoura e dez horas para a beterraba e o espinafre. A desidratação ocasionou um decaimento nos valores de pH das três amostras de vegetais e elevou a acidez de 0,65 na cenoura in natura para 8,26 no produto desidratado; de 0,45 para 7,12 na beterraba desidratada e de 0,63 para 9,45 no espinafre desidratado. Os resultados das análises microbiológicas nas três farinhas atenderam os padrões exigidos pela legislação. Os teores dos minerais, encontrados nas três farinhas, foram elevados, quando comparados a outras fontes alimentícias e à ingestão diária recomendada para adultos e crianças de 7 a 10 anos.

  5. Propriedades físicas e tecnológicas de farinha de trigo tratada com terra diatomácea Technological and physical properties of wheat flour treated with diatomaceous earth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janete Deliberali Freo

    2011-06-01

    Full Text Available Embora exista grande número de trabalhos sobre a aplicação de terra diatomácea no controle de insetos em grãos de trigo, as informações sobre o resíduo que permanece na farinha após a moagem, mesmo com retirada parcial na etapa de limpeza, e se este altera a qualidade tecnológica, são restritas. O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades físicas e tecnológicas de farinha de trigo tratada com diferentes terras diatomáceas. As terras diatomáceas de marcas comerciais, codificadas como TD1 e TD2 e a farinha de trigo tipo I foram adquiridas no mercado local. A TD1 e TD2 foram adicionadas nas doses zero, 0,5, 1,0 e 2,0g kg-1 de farinha de trigo, homogeneizadas em misturador e realizadas as análises número de queda, alveografia, farinografia, cor e teste de panificação experimental. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2x4, os resultados submetidos à análise de variância (ANOVA e nos modelos significativos, as médias comparadas entre si pelo teste de Tukey a 5% de significância. A terra diatomácea adicionada na quantidade de até 2g kg-1 afeta as propriedades físicas e funcionais da farinha de trigo. O alveógrafo é efetivo para predizer alterações nas propriedades físicas de farinha de trigo tratada com terra diatomácea. As alterações mais acentuadas nas propriedades físicas da farinha de trigo são do componente L* (luminosidade de cor e força geral de glúten (W, enquanto que nas tecnológicas o escore de pontos e componente L* de cor do miolo.Although there are many studies on the application of diatomaceous earth for insect control in wheat grains, the information about the residue that remains in the flour after grinding, even with partial removal in the cleaning step, and if this changes the technological quality are restricted. The objective of this study was to evaluate the physical and functional properties of wheat flour treated with diatomaceous

  6. Aproveitamento de vísceras não comestíveis de aves para elaboração de farinha de carne The use of non-edible poultry viscera to produce meat flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Pinheiro Soncini Costa

    2008-09-01

    Full Text Available No presente trabalho, estudou-se o processamento das vísceras de frango (Gallus domesticus e das ratitas avestruz (Struthio camellus e ema (Rhea americana, processadas da mesma forma, com o objetivo de elaborar farinhas. A qualidade e controle de produção dessas farinhas foram avaliados por meio de parâmetros tecnológicos exigidos pela legislação vigente. Basicamente, a matéria-prima foi cozida e esterilizada, filtrada em peneira (para a separação do óleo, moída, seca em estufa e analisada. Foram obtidos dados de rendimentos de produção, de composição de nutrientes, de digestibilidade em pepsina, do valor calórico, determinados os teores de cálcio e fósforo, e realizados estudos da estabilidade da farinha durante o armazenamento (Salmonella, pH, índice de acidez e TBA. Os resultados mostraram que a produção de farinha pelo processamento das vísceras de avestruz e ema é viável, seus parâmetros de qualidade atendem, em grande parte, às exigências, mas, para um emprego imediato (uso regular na elaboração de rações, necessita de alguns ajustes (correções de parâmetros físico-químicos (nutrientes.This work studied the processing of the viscera of chicken (Gallus domesticus and of the ratites ostrich (Struthio camellus and great rhea (Rhea americana, processed in the same manner, with the objective of producing flours. The quality and control of the production of these flours were evaluated through technological parameters required by the current legislation. Basically, raw material was cooked and sterilized, sieve filtered (for oil separation, ground, dried in an oven and analyzed. Production yield, nutrient composition, pepsin digestibility and caloric value data were obtained. Calcium and phosphorus levels and flour stability during storage (Salmonella, pH, acid value and TBA were also determined. The results indicated that the production of flour by processing the viscera of ostrich and great rhea is viable

  7. Concentrados protéicos para bovinos: 2. Digestão pós-ruminal da matéria seca e da proteína

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodriguez N.M.

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a digestão pós-ruminal de fontes protéicas. Utilizou-se a técnica de sacos de náilon móveis introduzidos no duodeno e colhidos nas fezes. Os alimentos introduzidos no intestino foram anteriormente incubados em sacos de náilon no rúmen ou foram separados das frações solúveis em água. O farelo de soja foi a fonte protéica de maior degradabilidade ruminal (73% e altíssima digestibilidade intestinal (98%. O glúten de milho foi a fonte protéica menos degradada no rúmen (16% e sua parcela sobrepassante foi altamente digerida no intestino (95%. Os farelos de algodão e de mamona mostraram características semelhantes com digestibilidade total da proteína de 95% e em torno de 65% de degradabilidade ruminal. O farelo de palmiste foi menos digerido (87% digestibilidade total quando incubado. Farinhas de origem animal foram menos digeridas no intestino e também no rúmen (fora o glúten, com digestibilidades totais de 75% para farinha de carne e ossos, 85% para farinha de penas e vísceras e farinha de peixe I, 67% para farinha de peixe II e apenas 46% para farinha de sangue.

  8. PRODUÇÃO DE PAINÉIS DE CIMENTO-MADEIRA COM ADIÇÃO DE DIFERENTES PROPORÇÕES DE CASCA E MICROSSÍLICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika da Silva Ferreira

    2006-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de microssílica em três porcentagens (0, 20 e 30% sobre as propriedades físicas e mecânicas de painéis cimento-madeira de Eucalyptus urophylla compostos por três relações madeira:casca (100:0, 95:5 e 90:10. Os resultados mostraram que o efeito mais significativo do aditivo sobre os painéis produzidos ocorreu naqueles que continham casca, e que a adição de 20% do aditivo foi mais eficiente sobre as propriedades físicas e mecânicas.

  9. Antocianinas, ácido ascórbico, polifenoles totales y actividad antioxidante, en la cáscara de camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K McVaugh Antocianinas, ácido ascórbico, polifenóis totais e atividade antioxidante na casca do camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K McVaugh

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Edson Villanueva-Tiburcio

    2010-05-01

    Full Text Available Este trabajo fue realizado en la UNAS, Tingo María, Perú. Los objetivos fueron evaluar el contenido de antocianinas, ácido ascórbico, y polifenoles totales, en la cáscara fresca y seca de camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K McVaugh en diferentes estados de madurez; evaluar la actividad antioxidante en la cáscara seca, usando diferentes tipos de radicales (DPPH, ABTS+ y Peroxilo y correlacionar el valor de ácido ascórbico y polifenoles totales con la actividad antioxidante. La extracción fue realizada en medio acuoso, y los resultados de las evaluaciones de cada experimento fueron analizados por un diseño completamente al azar (DCA, según la prueba de t-student (p A pesquisa foi realizada na UNAS em Tingo Maria, Peru, teve como objetivos: avaliar o teor de antocianinas, ácido ascórbico e polifenóis totais, na casca fresca e na casca seca do camu-camu (Myrciaria dubia (HBK McVaugh em diferentes tempos de maturação; avaliar a atividade antioxidante na casca seca utilizando diferentes tipos de radicais (DPPH, ABTS+ e Peroxilo e correlacionar o teor de ácido ascórbico e polifenóis totais com a atividade antioxidante. A extraç��o foi realizada em meio aquoso, os resultados das avaliações de cada experiência são analisados no delineamento inteiramente casualizado (DIC, pelo teste de t-student (p < 0,05. O extrato da casca da amostra madura fresca apresentou as concentrações mais elevadas de ácido ascórbico e de antocianinas em relação a meio madura e verde, com 21,95 mg.g-1 de casca e 46,42 mg.L-1 de cianidin-3-glucosídeo, respectivamente, enquanto que o extrato da casca seca meio madura apresentou o maior teor de ácido ascórbico em relação a madura e verde (53,49 mg.g-1 e de polifenóis totais: 7,70 mg Ác. Gálico/g. A maior atividade antioxidante foi encontrada no extrato da casca seca da amostra meio madura com IC50 = 46,20; 20,25 e 8,30 μg.mL-1, em comparação com DPPH radical, ABTS+ e Perox

  10. Cinética de secagem de farinha de grãos residuais de urucum Drying kinetics of residual grain flour of annato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dyego da C. Santos

    2013-02-01

    Full Text Available O processo de extração do corante bixina produz enorme quantidade de grãos residuais de urucum que vem sendo descartada em grande parte pelas indústrias. Objetivou-se, neste trabalho, desidratar farinhas de grãos residuais de urucum, com e sem a camada de óleo proveniente do processo de extração dos pigmentos em estufa com circulação forçada de ar nas temperaturas de 40, 50, 60 e 70 ºC e ajustar os modelos matemáticos de Aproximação da Difusão, Dois Termos, Midilli, Page e Thompson aos dados experimentais. As farinhas de grãos residuais de urucum com teor de água inicial de aproximadamente 20% b.u. foram desidratadas até teor de água final de aproximadamente 5% b.u. Como critério de avaliação do ajuste dos modelos matemáticos utilizaram-se o coeficiente de determinação e o desvio quadrático médio. Verificou-se que as amostras de farinha com óleo demandaram maior intervalo de tempo para atingir o teor de água de 5% b.u., em comparação com as amostras de farinha sem óleo. Todos os modelos estudados representaram satisfatoriamente a cinética de secagem das farinhas com e sem óleo, com coeficientes de determinação superiores a 0,95 e valores de desvios quadráticos médios inferiores a 1,0.The process of extracting the bixin colorant produces a large amount of residual annatto seeds that, in most cases, has been discarded by the industries. The objective of this study was to dehydrate residual grain flour of annato, with and without the oil layer originated of the extraction process of the pigments in an oven with forced air circulation at 40, 50, 60 and 70 ºC temperature and to adjust the mathematical models of the Diffusion Approximation, Two Terms, Midilli, Page and Thompson to the experimental data. Residual grain flour of annato with water content approximately 20% w.b. was dried to the final water content of about 5% w.b. As a criterion for evaluating the adjustment of mathematical models the coefficient

  11. Processamento e avaliação da estabilidade da farinha de banana verde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice C. Santos

    2010-01-01

    Full Text Available The objective of this work was to produce and evaluate the stability of green banana flour during 90 days of storage at 26ºC, as an option in the use of surplus production contributes to the waste minimization. The samples had been stored in polyethylene terephtalate (PET packing, capacity 300g. Two evaluations were performed: physical and chemical determinations (moisture, water activity, pH, acidity, proteins, lipids, ash and carbohydrates and microbiological analyses, in the processing day and during the period of storage, with interval of 30 days. According to the results, few alterations occurred during the storage. The parameters that were significantly affected were acidity, water activity and moisture.

  12. Viabilidade do emprego de cinza de casca de arroz natural em concreto estrutural. Parte I: propriedades mecânicas e microestrutura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Cechella Isaia

    Full Text Available A casca de arroz, para ser utilizada em concreto estrutural, necessita de queima com temperatura controlada e de moagem prévia para lhe conferir maior reatividade pozolânica. Este trabalho discute o emprego da cinza de casca de arroz (CCA natural e residual, queimada sem controle de temperatura e sem moagem, de forma a simplificar o processamento da CCA e ampliar seu uso em concretos convencionais, em locais próximos onde é produzido, Estudou-se a sequência de colocação e o tempo de mistura dos materiais na betoneira, para obtenção do melhor desempenho da automoagem no tambor. Foram testadas misturas de concreto de referência com cimento Portland e com 15% e 25% de substituição de cimento, em massa, por CCA natural e moída. Foram realizados ensaios de resistência à compressão axial, tração por compressão diametral, módulo de elasticidade, retração total, porosimetria por intrusão de mercúrio, água quimicamente combinada e MEV. A análise dos resultados revela a viabilidade da substituição de 15% de cimento por CCA natural, com perda não significativa de resistência à tração e módulo de elasticidade a 28 dias, com recuperação total a 91 dias, para concretos com resistências à compressão entre 25 MPa e 40 MPa.

  13. Valor nutritivo e características fermentativas de silagens de capim-elefante com adição de casca de café Nutritive value and fermentation characteristics of elephantgrass silages with addition of coffee hulls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gleidson Giordano Pinto de Carvalho

    2007-12-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido para avaliar a composição química, a digestibilidade in vitro da MS (DIVMS e as características fermentativas de silagens de capim-elefante com diferentes níveis de casca de café. Utilizou-se o capim-elefante contendo 17,2% de MS, cortado aos 45 dias de crescimento. Os níveis de adição foram de 0, 6, 12, 18 e 24% de casca de café, na base da matéria natural (peso/peso, com quatro repetições por tratamento. O material foi acondicionado em silos de PVC, adotando-se compactação de 500 kg/m³. Observou-se aumento dos teores de MS, FDA, nitrogênio insolúvel em detergente ácido e lignina, em função dos níveis de casca de café. O teor de PB apresentou comportamento quadrático, estimando-se valor máximo de 9,9% de PB para o nível de 16,4% de adição de casca de café. Os valores de FDN reduziram linearmente e os teores de ácido lático das silagens comportaram-se de maneira quadrática em função dos níveis de casca de café, estimando-se valor máximo de 11,4% para o nível de 25,6% de casca. A casca de café foi eficiente em aumentar o teor de MS, mas diminuiu a DIVMS das silagens. A utilização de casca de café na ensilagem de capim-elefante melhorou as características fermentativas da silagem.The experiment evaluated the chemical composition, in vitro DM digestibility (IVDMD, and fermentative characteristics of elephant grass silages with different coffee hull levels. The elephant grass presented 17.2% of dry matter (DM, cut with 45 days of growing. The coffee hull addition levels were 0, 6, 12, 18, and 24%, in fresh matter basis (weight/weight with four replications per treatment. The material was ensiled in cylindrical plastic silos. In the ensiling process, the forage packing density was 500 kg/m³. It was observed increase of DM, acid detergent fiber, acid detergent insoluble nitrogen, and lignin concentration, as a function of coffee hull levels. Crude protein showed quadratic

  14. QUALIDADE DE BISCOITOS FORMULADOS COM DIFERENTES TEORES DE FARINHA DE AMÊNDOA DE BARU (Dipteryx alata Vog. QUALITY OF BISCUITS FORMULATED WITH DIFFERENT LEVELS OF BARU NUT FLOUR (Dipteryx alata Vog.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Souza Teixeira

    2007-09-01

    Full Text Available

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de biscoitos cookie formulados com diferentes teores de farinha de amêndoa de baru (Dipteryx alata Vog. em substituição à farinha de trigo e fécula de mandioca. Os critérios de qualidade foram apreferência sensorial, a composição química dos biscoitos e a resistência à quebra por vibração. Observou-se que a formação de partículas finas não diferiu (p > 0,05 entre os tratamentos, variando entre 2,5% no biscoito com 8% de farinha de amêndoa de baru e 3,3% no biscoito com 2% de farinha de amêndoa de baru. Os provadores consideraram os tratamentos com 4% e 8% de farinha de amêndoa de baru com a mesma aparência do tratamento controle (p > 0,05. Em relação ao sabor, os tratamentos não diferiram (p > 0,05 do controle. A textura também não diferiu (p > 0,05 entre os tratamentos. A adição gradual da farinha de amêndoa de baru aos biscoitos elevou os teores de proteínas, lipídeos, ferro, cálcio e fibra e reduziu o teor de carboidratos totais. Conclui-se que a adição de 8% de farinha de amêndoa de baru melhora a qualidade nutricional do biscoito, não interferindo na preferência sensorial dos consumidores e na resistência à quebra por vibração.

    PALAVRAS-CHAVE: Biscoitos; avaliação sensorial.

    The objective of this study was to evaluate the quality of cookie biscuits formulated with different levels of baru (Dipteryx alata Vog. nut flour in substitution of wheat and manioc flours. The quality criteria were the sensory preference, chemical composition, and particles from breakage of biscuits under vibration conditions. It was observed that there was no difference (p > 0.05 among samples

  15. Caracterização físico-química de farinhas de mandioca de diferentes localidades do Brasil Phisico-chemical characteristics of cassava flours from different regions of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Tavares Dias

    2006-08-01

    Full Text Available A farinha de mandioca (Manihot esculenta Crantz é produzida em diferentes regiões do Brasil e faz parte do hábito alimentar do brasileiro. Caracteriza-se num alimento de alto valor energético, possui teor elevado de amido, contém fibras e alguns minerais como potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro. Entre os diferentes estados, os do Norte e Nordeste consomem quantidades de farinha de mandioca bem maiores que os demais. Frente à importância econômica e nutricional deste produto, com o presente trabalho, objetivou-se caracterizar farinhas de mandioca de diferentes estados do País, esperando com isso fornecer informações referentes à composição e às características físico-químicas do produto, tanto para as indústrias produtoras quanto aos consumidores. Os resultados obtidos mostraram que, quanto à composição centesimal, as farinhas analisadas diferem entre si e entre as regiões produtoras, inclusive para classificações de mesmo grupo e subgrupo. Para proteínas e acidez, as farinhas não estão de acordo com os limites da legislação. As farinhas apresentam teores baixos a moderados de fibras, contudo, devido ao seu amplo consumo, contribui como importante fornecedor de fibras na alimentação. A classificação de algumas farinhas quanto à cor não está de acordo com as análises de seus componentes de cromaticidade.Cassava flours (Manihot esculenta Crantz are produced in all Brazilian states and it is part of Brazilian alimentary habit. Cassava flour is characterized as high-energy food, with high level of starch, and it contains fibers and some minerals as potassium, calcium, match, sodium and iron. In the North and Northeast regions the consumption of this flour is larger than the others. Due the economical and nutritional importance of the cassava flour the present work had as objective to characterize cassava flours from different Brazilian states aiming to supply industries and consumer with important

  16. NOTA TÉCNICA: QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DAS FARINHAS DE ORIGEM ANIMAL PROCESSADAS EM UNIDADES LOCALIZADAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, BRASIL

    OpenAIRE

    Paulo Carteri Coradi; Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Adílio Flauzino de Lacerda Filho; Universidade Federal de Viçosa; José Benício Paes Chaves; Universidade Federal de Viçosa; Evandro Castro de Melo; Universidade Federal de Viçosa

    2013-01-01

    As farinhas de origem animal apresentam potencial de contaminação microbiológica, no entanto, são ainda muito utilizadas na formulação de dietas para animais. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade microbiológica das farinhas de origem animal processados em oito unidades distribuídas no estado de Minas Gerais. As amostras de farinhas de vísceras (248), de carne e ossos (224), e farinhas de penas (216) foram coletadas para avaliação microbiológica no recebimento de uma fábrica de raçã...

  17. PROCESSAMENTO DE CASCA E FIBRA DE COCO VERDE POR CARBONIZAÇÃO PARA AGREGAÇÃO DE VALOR / PROCESSING OF COCONUT SHELL AND FIBER FOR ADDING VALUE

    OpenAIRE

    LUIS A. B. CORTEZ; JUAN M. M. PEREZ; JOSÉ D. ROCHA; RODRIGO A. JORDAN; HENRY R. M. MESA

    2009-01-01

    Atualmente o Brasil é o maior produtor de coco verde, com uma área plantada equivalente a 57 mil hectares, onde a maior parte da parte da produção (66,5%) se concentra na região Nordeste. O descarte do coco depois do consumo da água representa um problema para os sistemas de coleta e tratamento de lixo, pela sua lenta degradação devido ao alto teor de fibras. Neste trabalho são mostrados os resultados da pirólise lenta da fibra e da casca do coco verde. Os experimentos foram conduzidos em um ...

  18. Caracterização físico-quimica de farinhas oriundas de variedades de mandioca utilizadas no vale do Juruá, Acre Physicochemical characteristics of flours deriving of cassava varieties used in the Vale do Juruá, Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Maria Leite de Souza

    2008-12-01

    Full Text Available Algumas características de farinha de mandioca dependem da variedade da raiz utilizada para o processamento. Objetivou-se avaliar as características físico-químicas da farinha de mandioca oriundas de variedades utilizadas no estado do Acre. Os tratamentos foram compostos pelas variedades: T1= Paxiubão, T2= Im221, T3 = Caboquinha, T4 = Araçá, T5 = Colonial, T6 = Branquinha, T7 = Panati e T8 = Mansa e Brava. Foram coletadas amostras das oito variedades de mandioca em casas-de-farinha no município de Cruzeiro do Sul, Acre. As raízes foram transportadas via aérea para o Laboratório de Tecnologia de Alimentos da Embrapa-AC, na cidade de Rio Branco, Acre. Foram avaliados: teor de umidade, cinzas, lipídios, proteína, fibra bruta, carboidratos, acidez, pH e atividade de água. Todas as amostras se apresentaram de acordo com os padrões estabelecidos pela Legislação Brasileira para farinha de mandioca quanto ao teor de umidade, cinzas e carboidratos. As farinhas analisadas apresentam teores baixos de fibras e baixa acidez. A atividade de água das farinhas analisadas esteve abaixo do limite mínimo capaz de permitir o desenvolvimento de microrganismos. As variedades Araçá, Colonial e Branquinha se mostraram adequadas para a fabricação de farinha de mandioca devido, principalmente, ao elevado teor de proteína e carboidratos presente nas farinhas produzidas.Some characteristics of the cassava depend on the variety used for the processing. The objectified of this study was to evaluate physicochemical characteristics of the cassava flour from varieties used in Acre. The treatments were composed by the varieties: T1 = Paxiubão, T2 = Im221, T3 = Caboquinha, T4 = Araçá, T5 = Colonial, T6 = Branquinha, T7 = Panati and T8 = Mansa e Brava. Samples of flour of eight cassava varieties were collect in cassava mils in Cruzeiro do Sul. The samples were sent by airmail to Rio Branco, Acre, to be analyzed in the Food and Technology Laboratory at

  19. Atividade antioxidante e tóxica de extratos de cascas do fruto de Nephelium lappaceum L. (Sapindaceae, comercializados em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aníbal de Freitas SANTOS JUNIOR

    2016-09-01

    Full Text Available Nephelium lappaceum L., conhecido como Rambutã, é um fruto tropical atraente, que contém compostos fenólicos (taninos e flavonoides e alcaloides. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade antioxidante e a toxicidade das cascas do fruto de Nephelium lappaceum L. (Rambutã, comercializados em Salvador, Bahia, Brasil, pelo método do 2,2-difenil-1-picrilidrazil (DPPH, e do teste de toxicidade a larvas de Artemia salina, respectivamente. Para os experimentos, foram utilizadas as fases orgânicas hexano e acetato de etila, obtidas da partição do extrato metanólico. Foi empregado o método do 2,2– difenil-1-picrilidrazil (DPPH e o teste de toxicidade frente Artemia salina. A fase acetato de etila apresentou maior poder antioxidante e menor efeito tóxico quando comparada à fase hexânica. Quanto à atividade antioxidante, foram obtidas CE50 de 373,72 μg/mL e 1207,4 μg/mL para as fases acetato de etila e hexânica, respectivamente. Quanto à toxicidade, foram obtidas DL50 de 799,28 μg/mL e de 705,72 μg/mL para as fases acetato de etila e hexânica, respectivamente. Os resultados indicam a potencialidade de uso deste fruto (cascas como fonte natural de compostos antioxidantes.

  20. Atividade antioxidante e toxicidade preliminar do extrato e frações obtidas das folhas e cascas do caule de Dasyphyllum tomentosum (Spreng. Cabrera

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.S. Paula

    2014-06-01

    Full Text Available Dasyphyllum tomentosum (Spreng. Cabrera, açucará ou espinho-de-agulha, pertence à família Asteraceae, a qual compreende muitas espécies com propriedades terapêuticas. O objetivo deste trabalho foi avaliar extratos e frações de folhas e de cascas do caule de D. tomentosum, com relação as atividade antioxidante, citotóxica e hemolítica em testes in vitro. Todas as amostras apresentaram atividade antioxidante pelo método de inibição de DPPH, com destaque para a fração acetato de etila obtida das folhas cuja atividade foi comparável à dos padrões ácido ascórbico e rutina. Com relação à redução do complexo fosfomolibdênio, observou-se que esta mesma fração foi semelhante somente a rutina enquanto a fração obtida das cascas do caule apresentou resultado superior. Não foi observada atividade citotóxica e hemolítica frente aos modelos utilizados com os extratos e frações. Os resultados obtidos demonstram o potencial antioxidante da espécie sem apresentar toxicidade.

  1. Adição de colágeno em pão sem glúten elaborado com farinha de arroz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina da Silva Graça

    2017-02-01

    Full Text Available Resumo Os portadores da doença celíaca, uma enteropatia, apresentam intolerância ao glúten e a restrição de alimentos que o contenham mostra-se eficaz na normalização da função intestinal e das manifestações clínicas. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da adição de colágeno em pó e em fibra nas características estruturais, tecnológicas e sensoriais de pães sem glúten, elaborados com farinha de arroz. Primeiramente, foram realizadas adições de 2%, 4%, 6% e 8% de colágeno, sob as formas em pó e em fibra, em pães elaborados com farinha de arroz, sendo estes avaliados quanto às suas características tecnológicas: volume específico, firmeza do miolo e cor da crosta e do miolo. O pão que apresentou as melhores características tecnológicas foi caracterizado quanto à sua composição química (proteínas, lipídios, cinzas, umidade e carboidratos, avaliado quanto às perdas decorrentes da cocção e submetido à análise sensorial. As massas cruas dos pães adicionados com o colágeno em fibra, assim como a massa do pão padrão (sem adição de colágeno, foram avaliadas através de reologia e microscopia eletrônica de varredura. A adição de colágeno aos pães elaborados com farinha de arroz não colaborou para a formação de uma rede semelhante à formada pelo glúten. O pão da formulação com 4% de colágeno em fibra apresentou as características tecnológicas mais próximas ao esperado, não diferindo significativamente quanto à composição química, do pão padrão. Por meio da análise sensorial, constatou-se que os pães sem glúten (padrão e com 4% de colágeno em fibra obtiveram aceitação sensorial superior a 75%. Conclui-se, com o estudo, que é possível adicionar colágeno em pães sem glúten, sendo que o pão adicionado de 4% de colágeno em fibra apresentou características mais próximas às do pão padrão testado.

  2. Redox-active labile iron in fortified flours from the Brazilian market Ferro lábil redox-ativo em farinhas fortificadas do mercado brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Pannia Espósito

    2007-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To quantify the fraction of redox-active labile iron in iron-fortified flours acquired on the Brazilian market. METHODS: Samples of wheat flour, maize flour and breadcrumbs were extracted with buffers that mimic gastric juice, saliva and intestinal juice. Redox-active labile iron levels were assessed through the reaction of autoxidation of ascorbic acid catalyzed by iron in the presence of a fluorescence probe. RESULTS: Redox-active labile iron represents 1% to 9% of the total iron in the flour and breadcrumb samples, with the lowest values found under gastric juice conditions and the highest in the more alkaline media. Redox-active labile iron possibly arises from the decomposition of an iron-phytic acid complex. A positive correlation between redox-active labile iron and total iron was found in saline biomimetic fluids. CONCLUSION: Redox-active labile iron may be a risk factor for people with impaired antioxidant defenses, such as those who are atransferrinemic or iron overloaded (e.g. thalassemic. Total iron can be used to predict redox-active labile iron absorption at each stage of the gastrointestinal tract after ingestion of iron-fortified flours.OBJETIVO: Quantificar a porcentagem de ferro lábil redox ativo em farinhas fortificadas adquiridas no comércio popular. MÉTODOS: Amostras de farinha de trigo, fubá e rosca foram extraídas com tampões miméticos de suco gástrico, saliva e suco intestinal. Os níveis de ferro lábil redox ativo foram determinados por meio da reação de auto-oxidação do ácido ascórbico catalisada pelo ferro, em presença de uma sonda fluorimétrica. RESULTADOS: A fração de ferro lábil redox ativo representa entre 1% e 9% do ferro total nas farinhas estudadas, sendo os menores valores encontrados em condições miméticas do suco gástrico e os maiores nos meios mais alcalinos. Há indícios de que o ferro lábil redox ativo origina-se da decomposição de um complexo entre ferro e ácido f

  3. Produção de goma xantana por cepas nativas de Xanthomonas campestris a partir de casca de cacau ou soro de leite Production of xanthan gum by Xanthomonas campestris strains native from bark cocoa or whey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denis de M. Diniz

    2012-01-01

    Full Text Available Foi estudada a otimização do processo de produção de goma xantana a partir de casca de cacau ou soro de leite como fonte de carbono, e determinou-se o rendimento da goma obtida pela bioconversão de casca de cacau e soro de leite com a Xanthomonas campestris 1182. A goma foi produzida em meios com potássio e nitrogênio a 25 °C, 250 rpm por 120 horas. Os rendimentos foram: 2,335 g.L-1 para a sacarose; 4,995 g.L-1 para a casca de cacau seca e 12,01 g.L-1 utilizando soro de leite. Portanto, é viável a produção de goma xantana utilizando fontes de carbono como a casca de cacau e o soro de leite.The optimization of the production process of xanthan gum from cocoa husks or milk whey as carbon source was studied, and the production rate of gum obtained by the bioconversion of cocoa pods and whey was determined, using Xanthomonas campestris 1182. The gum was produced in a medium with potassium and nitrogen at 25 °C, 250 rpm for 120 hours. The results were: 2.335 g.L-1 for sucrose; 4.995 g.L-1 for cocoa dry pods and 12.01 g.L-1 using whey. Therefore, the production of xanthan gum is feasible upon using carbon sources such as cocoa hulls and whey.

  4. Mudanças funcionais de farinha de arroz torrada com micro-ondas em função do teor de umidade e do tempo de processamento Functional changes of rice flour roasted with microwave as a function of moisture content and processing time

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    July-Ana Souza Tavares

    2012-06-01

    Full Text Available O Brasil está entre os dez maiores produtores de arroz do mundo. Devido ao beneficiamento, boa parte dos grãos é quebrada, gerando um subproduto de baixo valor comercial. A farinha de arroz normalmente é produzida a partir de grãos quebrados e é utilizada em produtos manufaturados devido a suas propriedades funcionais. Visando à obtenção de farinhas com propriedades funcionais diferenciadas e assim ampliar sua utilização como ingrediente em diferentes aplicações na indústria de alimentos, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da umidade e do tempo de torra (variáveis independentes, em micro-ondas, sobre as características funcionais de farinhas de arroz da cultivar 'IRGA 417'. Utilizou-se delineamento experimental composto central. A variação do teor de amilose (TA entre as farinhas de arroz torradas foi de 16-30g (100g-1, sendo que nos menores tempos de torra (até 13,3min e umidade acima de 18,5g (100g-1 observaram-se os maiores TA. Ocorreu elevação do índice de absorção de água (IAA à medida que aumentou o tempo de torra das farinhas de arroz. Os valores mais elevados de índice de solubilidade em água (ISA (25% foram encontrados para as farinhas de arroz com umidade acima de 22g (100g-1. Com o aumento do tempo de torra, ocorreu diminuição do pico de viscosidade, viscosidade final e de tendência a retrogradação das farinhas torradas. O contrário foi observado para a quebra de viscosidade. Conclui-se que a torração em micro-ondas pode ampliar as aplicações da farinha de arroz na indústria de alimentos em função das mudanças funcionais resultantes.Brazil is among the ten largest producers of rice in the world. Due to processing, most of the grains is broken, causing a by-product of low commercial value. Rice flour is usually produced from broken grains and used in manufactured products because of their functional properties. Aiming to obtain flours with different functional properties and thus

  5. Lixiviação de poligalacturonases obtidas pela fermentação semissólida da casca e albedo do maracujá-amarelo Leaching of polygalacturonases produced by solid state fermentation of peel and albedo of passion fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. B. de Sousa

    2012-07-01

    Full Text Available Obtiveram-se poligalacturonases por fermentação semissólida usando-se, como substrato, o resíduo agroindustrial do maracujá-amarelo (Passiflora edulis flavicarpa e, como agente da fermentação, o fungo filamentoso Aspergillus niger mutante CCT 0916. Para otimizar a etapa de recuperação das enzimas os parâmetros da lixiviação: agitação, tempo de contato e relação solvente/substrato, foram investigados em um planejamento experimental fatorial 2³. Agitação de 50 rpm, 45 min e relação 10:1 proporcionaram a melhor recuperação de enzimas em que os resultados avaliados por meio da metodologia de superfície de resposta, mostraram que o resíduo do maracujá é um substrato adequado para a produção de poligalacturonases.Polygalacturonases enzyme was produced by solid state fermentation using as substrate the residue of passion fruit (Passiflora edulis flavicarpa and as fermentation agent the mutant fungus Aspergillus niger CCT 0916. To optimize the recovery step of the enzymes, the values of the leaching parameters such as agitation, contact time and solvent/substrate relation were investigated with factorial experimental design 2³. Agitation of 50 rpm, 45 min and relation 10:1 provided the best recovery results. The response surface analysis, showed that the residue of passion fruit is an adequate substrate for the production of polygalacturonase enzyme.

  6. Atividade antimicrobiana, antioxidante e teor de compostos fenólicos em casca e amêndoa de frutos de manga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kettelin Aparecida Arbos

    2013-04-01

    Full Text Available O processamento industrial de frutos de manga gera elevada quantidade de resíduos agroindustriais, representados pelas cascas e sementes (amêndoa, os quais, sem aplicação viável, acabam sendo descartados diretamente no meio ambiente. Esses resíduos são ricos em compostos bioativos, amplamente reconhecidos pelas suas propriedades promotoras da saúde e em aplicações tecnológicas. Os objetivos foram avaliar as atividades antimicrobiana e antioxidante e o teor de compostos fenólicos de dois extratos: um obtido da casca (FC e outro da amêndoa (FA de manga variedade 'Tommy Atkins'. O teor de compostos fenólicos totais variou de 3.123 a 6.644 mg de catequina/100 g. Os extratos FC e FA demonstraram relevante atividade antimicrobiana frente às cepas das bactérias Escherichia coli, Salmonella sp., Pseudomonas aeruginosa . Staphylococcus aureus, determinadas pelo método de difusão em disco. A ação antioxidante de FC e FA aumentou com o aumento das concentrações testadas, atingindo o valor máximo de 88% (FC. Em todas as concentrações testadas os extratos FC apresentaram ação antioxidante significativamente superior às respectivas concentrações dos extratos FA. Esses resultados sugerem potencial aplicação dos resíduos de manga como fonte de compostos fenólicos, substâncias antimicrobianas e antioxidantes, podendo ser explorados pelas indústrias de alimentos.

  7. INFLUÊNCIA DE PREBIÓTICOS E DE FARINHA INTEGRAL DE AVEIA NA SOBREVIVÊNCIA DE BACTÉRIAS PROBIÓTICAS EM BEBIDA SIMBIÓTICA À BASE DE ARROZ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Maria Barra da MATTA

    2012-01-01

    Full Text Available A bebida foi produzida com farinha de arroz, citrato trissódico, enzima alfa-amilase e cultura lática probi- ótica. Goma acácia, fruto-oligossacarídeo e farinha integral de aveia foram adicionados em diferentes concentrações de acordo com o planejamento fatorial 23 com 4 réplicas no ponto central. A população de bactérias probióticas e de S. thermophilus, acidez e pH foram determinados, em duplicata, com 1 e 22 dias de armazenamento da bebida a 5o C. As bebidas com 22 dias de armazenamento apresentaram uma população de Bifidobacterium animalis subsp. lactis acima de 7,0log UFC/mL e de L. acidophilus acima de 6,0log UFC/mL, indicando uma melhor adaptação do primeiro microrganismo ao produto. Somente as formulações com valores reduzidos de goma acácia (1,4% e de farinha de aveia (0,8% simultaneamente obtiveram contagem de L. acidophilus inferior a 6,0log UFC/mL. Ao final de 22 dias de armazenamento a 5°C, o produto apresentou 9,0log UFC de microrganismos probióticos por porção diária de 100 mL, atendendo a legislação vigente para produtos probióticos. A bebida à base de arroz apresenta potencial como um novo alimento simbiótico não-lático.

  8. Casca de café em dietas de carneiros: consumo e digestibilidade Coffee hulls in the diet of sheep: intake and apparent digestibility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Lima de Souza

    2004-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade aparente de dietas contendo 0,0; 6,25; 12,5; 18,75 e 25% de casca de café, em base da MS, em substituição ao milho na ração concentrada. Foram utilizados 20 carneiros, sem raça definida, distribuídos em um delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições. As dietas isoprotéicas, com 10% de proteína bruta (PB, foram constituídas de 60% de feno de capim-coastcross e 40% de ração concentrada, em base da MS. Os animais foram mantidos em gaiolas de estudos metabólicos por 19 dias (12 de adaptação e sete de coletas. Os consumos de matéria seca (MS, matéria orgânica (MO, PB, carboidratos totais (CT, fibra em detergente neutro (FDN, carboidratos não-fibrosos (CNF e nutrientes digestíveis totais observados (NDT não foram influenciados pelos níveis de casca de café utilizados, observando-se valores médios de 1,41; 1,34; 0,15; 1,16; 0,71, 0,45; e 0,85 kg/dia, respectivamente. As digestibilidades aparentes da MS, MO, PB, FDN, CT e CNF não foram influenciadas pelos níveis de casca de café utilizados, registrando-se valores médios de 60,1; 62,1; 66,3; 46,9; 61,5 e 84,1%, respectivamente. A casca de café pode ser incluída em até 25,0% na dieta de ovinos, substituindo o milho da ração concentrada.Four levels of coffee hulls (0.0, 6.25, 12.5, 18.75 and 25.0% DM in substitution of ground corn in their concentrate ration were used to evaluate the effects on intake and apparent digestibility of diets. Twenty, unknown breed, sheeps were used in a randomized block design, with five treatments and four replicates. The animals were fed all ad libitum with isoprotein diets, 10% crude protein (CP, contained 60% of coastcross hay and 40% of concentrate in dry matter basis. Sheep were maintained in a metabolism cage for 19 days (12 days of adaptation and 7 days of data collection. The intakes of dry matter (1.41, organic matter (1.34, CP (0.15, total carbohydrate (1

  9. Análise comparativa do efeito redutor de colesterol do extrato de semente e casca de uva em ratos Wistar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tharcia Kiara Beserra de Oliveira

    2016-12-01

    Full Text Available Os flavonóides são compostos fenólicos presentes na maioria das plantas. Têm um importante papel na prevenção e tratamento da aterosclerose, pois, atuam como agentes antiaterogênicos e hipocolesterolêmicos. Objetivou-se nessa pesquisa estudar o efeito redutor de colesterol do extrato de semente e de casca de uva (Vitis vinifera em ratos Wistar submetidos a uma dieta hipercalórica (ração acrescida de 10% de óleo vegetal no período de 20 semanas, a partir da 4ª semana de vida. A amostra, composta por 30 espécimes e distribuída entre o Grupo Controle - A (com apenas dieta hipercalórica, n=10 o Grupo Experimental Casca de Uva - B (dieta hipercalórica + extrato de casca de uva, n=10 e Grupo Experimental Semente de Uva – C (dieta hipercalórica + de extrato de semente de uva, n=10. Os resultados mostraram em média, uma redução dos níveis séricos de colesterol total de 14% e de 17,65% em relação ao grupo controle, respectivamente para os animais com dieta a base de casca e de semente de uva. Não houve diferença estatisticamente significativa na redução dos valores de colesterol entre os animais dos dois grupos, não sendo possível assim determinar qual componente da uva representa a melhor alternativa na prevenção e controle da hipercolesterolemia.Comparative analysis of reducing seed extract of cholesterol and effect bark uva in rats WistarAbstract: Flavonoids are phenolic compounds present in most plants. They play an important role in the prevention and treatment of atherosclerosis, as hypocholesterolemic and antiatherogenic act as agents. This research aimed to study and compare the cholesterol-lowering effect of seed extract and grape skin (Vitis vinifera in rats subjected to a high calorie diet (increased ration of 10% vegetable oil in the 20-week period, from the 4th week of life. The sample consisted of 30 specimens and distributed between the Control - A (with only high calorie diet, n = 10 Experimental Group

  10. Cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface

    OpenAIRE

    Marcelo Alves Terra; Fernanda Ferreira Leonel; Carla Gomes da Silva; Andersom Maciel Fonseca

    2014-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface da variedade Lucy Brown, tipo americana. O tipo escolhido foi semeado em bandejas de isopor com cento e vinte oito células. As bandejas continham os seguintes substratos: cinza vegetal, esterco bovino, casca arroz crua, casca de arroz carbonizada, serragem, misturados com solo na proporção de 1:1, além de substrato comercial, solo com adubação de NPK e solo sem adubação. Após o início ...

  11. Study of the microbiological conditions of marketing of cassava (Manihot esculenta Crantz flour in supply center of Alagoinhas, Bahia Estudo das condições microbiológicas de farinhas de mandioca (Manihot esculenta Crantz comercializadas no centro de abastecimento de Alagoinhas, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelza Silva Carvalho

    2012-06-01

    Full Text Available In the city of Alagoinhas, Bahia, and in most Northeastern states, the cassava (Manihot esculenta Crantz flour is produced in a craft house, most often located in the place of production. This study aimed to evaluate the microbiological conditions of cassava flours marketed Supply Centre in Alagoinhas, Bahia. We collected 30 samples of cassava flour, 100 grams, which were placed in sterile, insulated container. The samples were tested for heterotrophic bacteria using the method of standard plate count, followed by Gram staining, the search for total and fecal coliforms was performed by the Most Probable Number (MPN. The results indicate that the samples that the samples are in accordance with current legislation regarding the analysis of total coliforms and thermotolerant (No município de Alagoinhas, Bahia, e na maioria dos estados do Nordeste, a farinha de mandioca (Manihot esculenta Crantz é produzida de forma artesanal em casas-de-farinha, na maioria das vezes localizadas no próprio local de plantio da mandioca. Este trabalho teve como objetivo avaliar as condições microbiológicas de farinhas de mandioca comercializadas no Centro de Abastecimento em Alagoinhas-Bahia. Foram coletadas 100 gramas de 30 amostras de farinha de mandioca, as quais foram acondicionadas em frascos estéreis, em recipiente isotérmico. As amostras foram submetidas à pesquisa de bactérias heterotróficas empregando-se o método de contagem padrão em placas, seguido da coloração de Gram, e a pesquisa para coliformes totais e termotolerantes foi realizada pela técnica do Número Mais Provável (NMP. Os resultados indicam que as amostras estão em conformidade com a legislação vigente em relação à análise de coliformes totais e termotolerantes (<3NMPg-1, na contagem de bactérias heterotróficas algumas amostras mostraram-se fora dos padrões aceitáveis. Na coloração de Gram foram observados bacilos, diplobacilos e estreptobacilos Gram positivos e Gram

  12. Emprego de fubá de melhor qualidade protéica em farinhas mistas para produção de biscoito Use of quality-protein maize in flour blends and in the production of cookies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima F. P. Guilherme

    2005-03-01

    Full Text Available Farinhas mistas (FM à base de farinha de trigo com substituição parcial por isolado protéico de soja, soro de leite em pó e três tipos de fubá (mimoso ou de cultivares BR451 e BR2121 foram preparadas para melhorar a qualidade protéica da farinha de trigo. As características sensoriais e químicas dos biscoitos foram avaliadas, e o valor protéico em potencial foi calculado. Os resultados foram comparados com os da farinha de trigo ou seu biscoito (controles. Os teores em macronutrientes nas FM e nos biscoitos foram superiores aos dos respectivos controles, com exceção de carboidratos. Apenas na aparência o biscoito com FM BR2121 foi estatisticamente inferior à daquele com FM mimoso, sendo semelhantes ao controle e aos outros biscoitos na textura e no sabor. O biscoito com FM mimoso teve a maior aceitação. O valor calórico médio dos biscoitos foi de 436kcal. A qualidade protéica dos biscoitos com as FM - lisina e treonina como aminoácidos limitantes e C-PER em torno de 2 - foi superior a do controle. O custo (preço/kg dos biscoitos assados com as FM foi superior ao do biscoito controle, devido ao custo da FM ter sido cerca do dobro da farinha de trigo pura e de se necessitar maiores quantidades de ingredientes na formulação.Flour blends (FB based on wheat flour with partial substitution for isolated soy protein, powdered whey and three corn flour types (common or cultivar BR451 and BR2121 were prepared to improve the protein quality of wheat flour. The sensory and chemical characteristics of the cookies were evaluated and the potential proteic value was calculated. The results were compared with the wheat flour or its cookie (controls. Macronutrients levels in FB and cookies were superior than those in the respective controls, except for carbohydrates. Only in the appearance the cookie made with FB BR2121 was statistically inferior to the one with common corn FB, being similar to the control and other cookies in texture and

  13. Parâmetros de estrusão para produção de "snacks" de farinha de cará (Dioscorea alata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alves Rosa Maria Lima

    2002-01-01

    Full Text Available Farinha de cará (Dioscorea alata foi processada em extrusor mono-rosca, para a manufatura de "snacks". Foi empregada a Metodologia de Superfície de Resposta para avaliar os efeitos da umidade (16, 20 e 24%, temperatura (120, 150 e 180masculineC e diâmetro da matriz (3, 4 e 5mm nas características dos extrusados. A temperatura foi a variável mais importante, influenciando todas as propriedades estudadas. O volume específico e o comprimento específico aumentaram quando a temperatura aumentou e a umidade e o diâmetro da matriz diminuíram, enquanto, ao mesmo tempo, fraturabilidade e dureza diminuíram. A expansão diminuiu, quando a temperatura aumentou de 120 para 180masculineC. Foram selecionadas duas condições experimentais que possibilitavam obter "snacks" com propriedades desejáveis (alto volume específico e baixa dureza e fraturabilidade e os produtos foram avaliados por equipes sensoriais não treinadas. Estas apontaram que o melhor produto foi aquele extrusado com um teor de umidade de 17%, a 170masculineC, com uma matriz de 4mm de abertura. Este produto obteve um índice de aceitabilidade de 80%, quando avaliado por 140 consumidores.

  14. EFEITOS DAS VARIÁVEIS DE EXTRUSÃO SOBRE PROPRIEDADES DE PASTA DE FARINHAS MISTAS PRÉ- GELATINIZADAS DE ARROZ (ORYZA SATIVAE, L., FEIJÃO (PHASEOLUS VULGARIS L. E MILHO ( ZEA MAYS L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Silva de Mattos MOURA

    2013-01-01

    Full Text Available As propriedades viscoamilográficas de produtos extrudados fornecem o conhecimento do comportamento das farinhas pré-gelatinizadas num ciclo de aquecimento e agitação e prevê a aplicação desses produtos no incremento de novas formulações. A mistura de matérias- -primas como arroz, feijão e milho proporciona além de um maior aporte de proteínas, pela complementação dos aminoácidos limitantes, um aporte maior de minerais e fibras dietéticas. Sendo assim o objetivo desse trabalho foi analisar as propriedades de pasta de farinhas mistas elaboradas através do processo de extrusão termoplástica e verificar o efeito das varáveis do processo sobre essas características. A concentração da mistura foi de 30% de milho, 35% de feijão e 35% de arroz. Foi desenvolvido um delineamento composto central rotacional (DCCR, sendo os dados analisados por superfície de resposta, com 17 tratamentos e 3 variáveis independentes, sendo elas a umidade da massa antes da extrusão (16, 18, 21, 24, 26%, a temperatura da 3ª zona de extrusão (126,140, 160, 180, 193°C e a rotação do parafuso da extrusora (106, 120, 140, 160, 173 rpm. Os resultados mostraram que condições de 180°C de temperatura, 160 rpm de rotação e 24% de umidade foram ideais para obtenção de soluções de viscosidade elevada a temperatura ambiente, baixa tendência a retrogradação, e melhor manutenção do amido durante o ciclo de aquecimento e resfriamento. Conclui-se que é possível elaborar farinhas mistas pré-gelatinizadas de arroz, feijão e milho, com concentrações maiores de feijão e arroz, e com viabilidade para elaborar tipos diferentes de produtos.

  15. SWEETS FORMULATED WITH MANGO SKIN DOCES DE CORTE FORMULADOS COM CASCA DE MANGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Valério de Barros Vilas Boas

    2011-07-01

    style="font-size: x-small;">is an alternative source of natural antioxidants. The microbiological analyses results were satisfactory for all treatments, according to established standards. For the sensorial aspect, there was a good consumer acceptance, with notes above 7, for aspect, flavor, color, and aroma. Therefore, the partial or total substitution of the mango pulp by mango skin, for the formulation of Haden mango sweet is a viable alternative, when considered its nutritional, sensorial, and microbiological aspects.

    Na industrialização da manga, a casca é um dos componentes de descarte. No entanto, a mesma pode ser utilizada como fonte de nutrientes, na composição de diversos outros produtos. Logo, este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de doces de corte, formulados com 0% (controle, 25%, 50%, 75% e 100% de cascas, em substituição à polpa de manga (Mangifera indica L. cv. Haden. Os critérios de qualidade utilizados foram: umidade, cinzas, proteínas, lipídios, carboidratos

  16. Consumo e digestibilidade de dietas formuladas com diferentes níveis de casca de café para vacas em lactação Intake and digestibility of lactating dairy cows fed diets containing coffee hulls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Cipriano Rocha

    2006-10-01

    Full Text Available Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade aparente da dieta, a produção e composição do leite e a economicidade de dietas formuladas com quatro níveis de casca de café na MS total (0, 5, 10, 15% da MS em substituição ao milho no concentrado. Foram utilizadas 12 vacas da raça Holandesa, distribuídas em três quadrados latinos 4 x 4, de acordo com o período de lactação. As dietas (isoprotéicas, 15,5% de PB foram constituídas de 60% de silagem de milho e 40% de concentrado, com base na MS. O consumo de EE não foi alterado, mas os de MS, MO, PB, carboidratos totais (CT e carboidratos não-fibrosos (CNF e a concentração de NDT das dietas decresceram linearmente com adição de casca de café, elevando, também de forma linear, o consumo de FDN. As digestibilidades de MS, MO, PB, CT, FDN, CNF e a concentração de NDT das dietas reduziram linearmente com a adição de casca de café no concentrado. A produção de leite e as quantidades de gordura, proteína, sólidos totais, extrato seco desengordurado e suas concentrações no leite não foram alteradas pelos níveis de casca de café nas dietas. O saldo com alimentação por vaca e por litro de leite aumentou linearmente com o incremento de casca de café nas dietas. A substituição do milho do concentrado por casca de café pode ser feita em até 15% da MS total da dieta.The objective of this trial was to investigate the effects of replacing corn by coffee hulls on intake, apparent digestibility, and milk production and composition of lactating dairy cows. Treatments contained one of the following four levels of coffee hulls: 0, 5, 10 or 15% of the total dietary DM. Twelve Holstein dairy cows were blocked by days in milk and randomly assigned to three replicated 4 x 4 Latin squares. Diets were isonitrogenous averaging 15.5% of CP and composed by 60% of corn silage and 40% of concentrate on DM basis. Replacing corn with coffee hulls did not affect the intake of EE. However

  17. Níveis de inclusão de farinha de penas na dieta sobre o desempenho e características de carcaça de codornas para corte = Inclusion levels of feather meal in the diet on performance and carcasses characteristics of quail for meat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alda Letícia da Silva Santos

    2006-01-01

    Full Text Available Avaliou-se o desempenho de 240 codornas européias para corte mediante diferentes níveis de inclusão de farinha de penas na dieta. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos (0, 3, 6 e 9% de farinha de penas, 5 repetições e 12 animais por unidade experimental. De acordo com os resultados, a farinha de penas pode ser utilizada na dieta de codornas para corte, exceto no período de 1 a 7 dias, em até 9%, sem alterações negativassobre o desempenho dos animais. Entretanto, foi observado que na medida em que houve aumento da inclusão de farinha de penas na dieta, houve redução do consumo de ração e no rendimento de coxa mais sobrecoxa, assim como aumento do rendimento de dorso mais asas.The performance of 240 European quail for meat was evaluated using different levels of feather meal in the diet. The experiment was conducted with a totally randomized design, consisting of four treatments (0, 3, 6, and 9% of feather meal, five repetitions andtwelve animals per experimental unit. Results show that, feather meal can be utilized in the quail for meat diet, except in a period of 1 to 7 days, up to 9%, without significant negative effects on theperformance of the animals. However, as the inclusion of feather flour in the diet increased, a reduction in the consumption of feed and in the thigh yield were observed, as well as an increase in back + wing yield.

  18. Componentes corporais e órgãos internos de cordeiros Texel x Bergamácia, Texel x Santa Inês e Santa Inês puros, terminados em confinamento, com casca de café como parte da dieta Body components and internal organs of Texel x Bergamácia, Texel x Santa Inês and purebred Santa Inês lambs finished in fedlot, with of coffee hull as part of the diet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iraides Ferreira Furusho-Garcia

    2003-12-01

    Full Text Available Foram utilizados 12 cordeiros cruzas Texel x Bergamácia (TB, 12 cordeiros cruzas Texel x Santa Inês (TS e 12 cordeiros puros Santa Inês (SI, confinados individualmente por 50 dias (dos 130 aos 180 dias de idade. Cada grupo genético constou de seis machos inteiros e seis fêmeas, recebendo três dietas diferentes: 1 = sem casca de café (controle; 2 = com casca de café in natura; 3 = com casca de café tratada com uréia. O rúmen/retículo (RR dos animais que receberam as dietas 2 e 3 foram mais pesados em relação ao RR dos animais submetidos a dieta 1. O abomaso (ABO, fígado (FIG e pâncreas (PAN dos cordeiros alimentados com a dieta 3 foram mais leves comparados aos que receberam as dietas 1 e 2. Os cordeiros cruzas TB e TS apresentaram maior peso para a cabeça (CAB, pés/canelas (PEC, omaso (OMA, ABO, intestinos delgado (IND e grosso (ING. Os machos apresentaram sangue (SAN e RR mais pesados que as fêmeas. Os pesos de pele (PEL, gordura (GOR, esôfago/traquéia (ET, coração (COR e pulmão (PUL também foram analisados e não foram afetados pelas dietas, pelos grupos genéticos e pelo sexo. As fêmeas apresentaram tendência de maior proporção de GOR.Twelve crossbred Texel x Bergamácia (TB, 12 crossbred Texel x Santa Inês (TS and 12 purebred Santa Inês (SI lambs were individually finished in fedlot for 50 days (from 130 to 180 days of age. Each genetic group consisted of six males and six females, fed three different diets: 1 = without coffee hulls (control; 2 = with coffee hulls in nature; 3 = with coffee hulls treated of with urea. The rumen/reticulum (RR of the animals fed diets 1 and 3 were significantly heavier than those fed diet 1. The abomasum (ABO, liver (FIG and pancreas (PAN of the lambs fed diet 3 were lighter than the animals fed diet 2. The TB and TS of crossbred lambs showed greater weights of head (CAB, foot/shin (PEC, omasum (OMA, abomasum (ABO, small intestine (IND and large intestine (ING. The males showed

  19. Qualidade tecnológica de grãos e farinhas de trigo nacionais e importados Technological quality of national and imported wheat grain and wheat flours

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças da Costa

    2008-03-01

    Full Text Available A farinha de trigo possui variadas aplicações na indústria de alimentos, apresentando um importante papel no aspecto econômico e nutricional da alimentação humana. Sabe-se, que as características nutricionais e tecnológicas da farinha de trigo sofrem interferência direta das condições de cultivo, colheita, secagem e armazenamento dos grãos de trigo utilizados como matéria-prima. Este estudo objetivou avasliar a qualidade tecnológica de amostras de grãos de trigo nacionais e importados, bem como de amostras de farinhas produzidas a partir destes grãos, através da análise de parâmetros físico-químicos (umidade, cinzas, glúten úmido, número de quedas e peso hectolitro e da farinografia (absorção de água, tempo de desenvolvimento e estabilidade. As análises físico-químicas mostraram diferenças significativas (p Wheat flour has a wide range of applications in the food industry, with an important economic and nutritional role in the human diet. It is known that the nutritional and technological aspects of wheat flour depend on the cultivation, harvesting, drying and storage conditions of the wheat grains used as raw material. This research aimed at analyzing the technological quality of samples of national and imported wheat grains, as well as of flour samples obtained from them. For this, physical-chemical (moisture, wet gluten, mineral content, falling number, hectoliter weight and farinographic (water absorption, development time, stability analyses were carried out. Physical-chemical analyses showed significant differences (p < 0.05 in the mineral content, wet gluten and falling number of the imported and national grain samples, and also among the flour samples obtained from them. Moisture was the only physical-chemical parameter that did not present a significant difference (p < 0.05 among the national and imported samples. Imported wheat grains and their flours presented higher values for wet gluten (28

  20. Sobre armadilhas e cascas de banana: uma análise crítica da administração de Justiça em temas associados aos Direitos Humanos About traps and other slippery questions: a critical analysis of the administration of Justice in themes of Human Rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Pereira Pires de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available Com base no inteiro teor de sentenças condenatórias de tráfico de pessoas no Brasil, concedidas entre 2003 e o início de 2008, com base nos artigos 231 e 231-A do Código Penal, o artigo analisa o tratamento dado pelo Sistema de Justiça ao tema. A análise busca comparar o conceito internacional, consagrado na definição dada pelo Protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas, em especial Mulheres e crianças, mais conhecido como Protocolo de Palermo, à idéia contida na normativa nacional. O objetivo maior da análise é buscar responder se é possível transformar grandes temas de Direitos Humanos em políticas públicas que efetivamente respondam aos interesses daqueles que pretendem proteger.Based on the full text of condemnatory sentences for human trafficking, issued by Brazilian courts between 2003 and the beginning of 2008, for articles 231 and 231-A of the national Penal Code, the article analyzes how the theme is seen by the Justice System. The analysis strives to compare the international concept contained in the definition of the United Nations Additional Protocol to the Convention Against Transnational Organized Crime to Prevent, Supress and Punish Human Trafficking, specially of women and children, better known as the Palermo Protocol, with the ideas contained in the national law. The greater objective of the analysis is to answer if it is possible to transform great themes of Human Rights into public policy that effectively responds to the interest of those groups they aim to protect.

  1. AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE FARINHAS OBTIDAS A PARTIR DE VEGETAIS NÃO CONFORMES À COMERCIALIZAÇÃO

    OpenAIRE

    Eduardo Miranda ETHUR; Caroline Lima ZANATTA; Cláudia SCHLABITZ

    2010-01-01

    Vegetais não conformes à comercialização que são desperdiçados podem ser utilizados como fontes alternativas de nutrientes, com o objetivo de aumentar o valor nutritivo da dieta da população, minimizar a fome e solucionar defi ciências de minerais. Realizou-se a caracterização de minerais e avaliações físico-química e microbiológica de farinhas obtidas a partir de vegetais não conformes à comercialização. Após a desidratação verifi cou-se uma redução de 88,3% na ativid...

  2. Composição e propriedades fisiológico - nutritivas de uma farinha rica em fibra insolúvel obtida do resíduo fibroso de fecularia de mandioca Composition, physiological and nutritive properties of an insoluble high fiber flour obtained from cassava fibrous waste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.S. RAUPP

    1999-05-01

    Full Text Available As indústrias brasileiras de processamento de fécula produzem, como descarte, grandes quantidades de bagaço ou farelo de mandioca que é jogado fora, poluindo o meio ambiente, ou é utilizado na alimentação de animais. A proposta desta pesquisa consiste na utilização do bagaço, descarte da fecularia, como produto para consumo na alimentação humana. Foi preparado, a partir do bagaço coletado na fecularia um produto farináceo identificado como "farinha de mandioca teste", a qual apresentou, em comparação com as farinhas comerciais, alta quantidade (43,1% de fibra alimentar e baixa quantidade (47,1% de amido. Os teores de proteína, lipídeo e cinzas foram semelhantes ao das farinhas comerciais. A "farinha teste" foi usada no preparo de dietas semi-sintéticas para ratos em crescimento nas concentrações de 11,6 , 34,8 e 58,0%; farinhas adquiridas no comércio foram usadas como referência. A freqüência de defecações, o peso das fezes úmidas e secas e o volume das fezes secas foram maiores para os grupos supridos com dietas contendo a "farinha teste", em comparação com os grupos que receberam a farinha do comércio, mas, com relação aos valores dos quocientes de eficiência alimentar (QEA e protéica (PERop não houve diferença significativa entre as duas farinhas. Uma redução no ganho de peso corpóreo dos animais, resultante de diminuição da ingestão de alimento, foi observado para os tratamentos contendo a farinha teste. Tais resultados permitiram concluir que a "farinha de mandioca teste" apresentou propriedades fisiológicas, em nível intestinal, características da fibra alimentar insolúvel e, em vista disso, constitui-se numa fonte potencial de fibra para a alimentação humana. O bagaço de mandioca produzido como descarte nas fecularias poderá ser aproveitado como matéria-prima para a produção de uma farinha de mandioca rica em fibra alimentar insolúvel, característica distinta das farinhas de mandioca

  3. Substituição do Milho pela Farinha de Mandioca de Varredura em Dietas de Cabras em Lactação: Fermentação Ruminal e Concentrações de Uréia Plasmática e no Leite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mouro Gisele Fernanda

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da substituição do milho pela farinha de mandioca de varredura, em dietas de cabras Saanen em lactação, sobre a degradabilidade potencial, efetiva e efetiva corrigida das rações, bem como sobre o pH ruminal e as concentrações de amônia ruminal, uréia plasmática e uréia no leite em cabras em lactação. Foram utilizadas quatro cabras há 100 dias em lactação. O delineamento utilizado foi o quadrado latino 4 x4, em que os tratamentos consistiram em níveis de 0, 33, 67 e 100% de substituição do milho pela farinha de mandiocade varredura. A degradabilidade das rações experimentais foi determinada em bovinos pela técnica in situ. Apesar de a degradabilidade potencial das dietas experimentais ter tido pequena variação para MS, PB e amido, a degradabilidade efetiva e a degradabilidade efetiva corrigida da MS, da PB e do amido aumentaram com a substituição do milho pela farinha de varredura de mandioca. Os tratamentos não influenciaram o pH ruminal, bem como as concentrações de NH3-ruminal, uréia plasmática e uréia do leite. Houve correlação positiva (P<0,05; r = 0,9288 entre as concentrações de uréia plasmática e a uréia do leite, permitindo estimativas da uréia plasmática a partir da equação UP(mg/dL = 0,7672UL (mg/dL + 7,4894 (R²=0,8628. Conclui-se que a farinha de mandioca de varredura pode substituir totalmente o milho e ser utilizada em rações de cabras em lactação, em nível de até 30% da ingestão de MS, sem prejuízos para parâmetros ruminais e metabolismo do nitrogênio.

  4. CARACTERIZACIÓN MORFOLÓGICA DE HARINA DE SIETE VARIEDADES DE YUCA Y POLVILLO DE FIQUE POR MICROSCOPÍA ÓPTICA DE ALTA RESOLUCIÓN -MOAR- CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DA FARINHA DE SETE VARIEDADES DE MANDIOCA E POEIRA DE FIQUE POR MICROSCOPIA ÓPTICA DE ALTA RESOLUÇÃO -MOAR- FLOUR MORPHOLOGICAL CHARACTERIZATION OF SEVEN CASSAVA VARIETIES AND FIQUE DUST BY HIGH RESOLUTION LIGHT MICROSCOPY-HRLM-

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DIANA PAOLA NAVIA

    2010-12-01

    Full Text Available Se evaluaron las características morfológicas de siete variedades de harina nativa de yuca y polvillo de fique. Las muestras fueron dispersadas en albúmina de huevo, posteriormente extendidas sobre placas de vidrio y teñidas con azul de toluidina para su observación al microscopio. Se usó la técnica de Microscopía Óptica de Alta Resolución (MOAR por contraste diferencial de interferencia (DIC, para observar las muestras y caracterizar las imágenes. Se encontraron en las harinas gránulos de almidón esféricos y semiesféricos algunos con formas truncadas, y estructuras fibrosas de diferentes formas. En el polvillo de fique se observaron microfibrillas longitudinales en forma de cintas, celdas y espirales. Este estudio permitió caracterizar la morfología de las materias primas estudiadas, cuya información es punto de partida para la continuidad de su uso en el campo de los materiales biodegradables.Nós avaliamos as características morfológicas de sete variedades de farinha de mandioca nativas e pó de fique. As amostras foram dispersas em albúmina de ovo, em seguida, espalhar sobre placas de vidro e corados com azul de toluidina para observação ao microscópio. Utilizamos a técnica de Microscopia de Alta Resolução de Luz (HRLM com contraste de interferência diferencial (DIC de observar as amostras e caracterizar as imagens. Foram encontradas no amido de farinha de grãos esféricos e hemisférica, truncada e com algumas estruturas fibrosas de diferentes maneiras. Em microfibrilas poeira fique longitudinal foram observados sob a forma de fitas, e as células em espiral. Este estudo permitiu caracterizar a morfología das materias-primas estudadas, cuja informação é o ponto de partida para a sua utilização continuada na área de materiais biodegradáveis.Morphological characteristics of seven varieties of native cassava flour and fique dust were evaluated. The samples were dispersed in egg albumen, then spread on glass

  5. Níveis de farinha de peixe em rações para juvenis de tilápia Levels of fish meal in diets for Nile tilapia juveniles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edvânia da Conceição Pontes

    2010-08-01

    Full Text Available Avaliou-se a influência do uso na ração de farinha de peixe suplementada com aminoácidos sobre o desempenho, as características de carcaça e a análise hematológica de juvenis de tilápia-do-nilo. Utilizaram-se 140 juvenis com peso médio de 14,0 ± 0,14 g, distribuídos aleatoriamente em delineamento inteiramente casualizado, com cinco níveis de farinha de peixe (0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0% na ração, cada um com quatro repetições. As rações foram isoenergéticas (3.000 kcal de energia digestível e isocálcicas, e os peixes foram alimentados três vezes ao dia, até saciedade aparente, durante 60 dias. Foram avaliados o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar aparente, a taxa de eficiência protéica, o índice hepatossomático, o peso da carcaça, o rendimento de carcaça, a retenção de nitrogênio e as taxas de hematócrito e hemoglobina. Os níveis de farinha de peixe não influenciaram o ganho de peso, a conversão alimentar, o consumo de ração, o índice hepatossomático, o rendimento de carcaça, o peso da carcaça e a taxa de hemoglobina, mas tiveram efeito quadrático sobre a retenção de nitrogênio, o teor de umidade e de gordura na carcaça e a taxa de hematócrito. Quanto maiores os níveis de farinha de peixe, menor a taxa de eficiência proteica e mais altos os teores de proteína e cinzas na carcaça. O nível de 3% de farinha de peixe não afeta o desempenho nem as características de carcaça de juvenis de tilápia-do-nilo.This study was conducted to evaluate, in the ration, the use of fish meal supplement with amino acids on performance, carcass characteristics, and on hematological analysis in Nile tilapia juvenils. It was used 140 juveniles with an average weight of 14.0 ± 0.14 g, randomly distributed in a complete random design with five levels of fish meal (0; 1.5; 3.0; 4.5; and 6.0% in the ration, each one with four replicates. The rations were isoenergetic (3,000 kcal of digestible

  6. Utilização de casca de arroz e esterco bovino como substrato Eisenia fetida Savigny (1826 Rice husk and cattle manure used as substrate for the Eisenia fetida Savigny (1826 multiplication

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zaida Inês Antoniolli

    2009-06-01

    Full Text Available A utilização de minhocas, principalmente para a alimentação animal, vem sendo adotada e estudada, pois esses organismos apresentam em sua constituição vitaminas e aminoácidos. Entre os materiais possíveis de serem utilizados na minhocultura, atualmente incentiva-se o aproveitamento de resíduos agroindustriais de alta disponibilidade, como a casca de arroz no Rio Grande do Sul. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar a eficiência de substratos à base de casca de arroz e esterco bovino na multiplicação e produção de biomassa de minhocas (Eisenia fetida. A população de minhocas foi avaliada quanto ao número de cocons, ao índice de multiplicação (população final/população inicial e à biomassa de minhocas frescas e secas. A avaliação foi realizada aos 60 dias após a instalação do experimento, com quatro repetições. A análise estatística dos resultados mostrou que a inclusão de casca de arroz favoreceu o desenvolvimento e a taxa de reprodução das minhocas. A maior biomassa de minhocas foi obtida nos tratamentos: 50% casca de arroz inteira e 50% esterco bovino, esterco bovino mais casca de arroz inteira tratada com hidróxido de amônio a 20 e 40%, e esterco bovino mais casca de arroz moída tratada com hidróxido de sódio a 10 e 40%. Conclui-se que a adição de casca de arroz ao esterco bovino favorece a multiplicação e o desenvolvimento de E. fetida.The use of earthworms for animal feeding has been adopted and studied, because these organisms are rich in vitamins and essential amino acids. Among the organic materials that could be used in the earthworm breeding, highly available agroindustrial residues such as rice husk are being currently used in Rio Grande do Sul. The aim of this work was to evaluate substrate based on rice husk and cattle manure on the multiplication and biomass of earthworms (Eisenia fetida. In this work, the population of earthworms, the cocoon numbers, the multiplication index, as well as

  7. PROCESSAMENTO DE CASCA E FIBRA DE COCO VERDE POR CARBONIZAÇÃO PARA AGREGAÇÃO DE VALOR / PROCESSING OF COCONUT SHELL AND FIBER FOR ADDING VALUE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIS A. B. CORTEZ

    2009-04-01

    Full Text Available Atualmente o Brasil é o maior produtor de coco verde, com uma área plantada equivalente a 57 mil hectares, onde a maior parte da parte da produção (66,5% se concentra na região Nordeste. O descarte do coco depois do consumo da água representa um problema para os sistemas de coleta e tratamento de lixo, pela sua lenta degradação devido ao alto teor de fibras. Neste trabalho são mostrados os resultados da pirólise lenta da fibra e da casca do coco verde. Os experimentos foram conduzidos em um forno experimental de pequena capacidade, a uma temperatura de 350°C. Os resultados mostraram que o rendimento em carbono fixo foi de 74,43% para o endocarpo verde e 58,07% para o mesocarpo verde. O teor de cinzas, para as mesmas amostras, foi de 14,13% e 13,03%, respectivamente. Os teores de voláteis foram de 11,40% para o carvão obtido do endocarpo verde e, de 28,90% para o carvão obtido do mesocarpo verde. Ficou demonstrado que o resíduo do coco verde apresenta potencial para a produção de carvão vegetal. Porém ainda é preciso estudar o rendimento, utilizando para isto, sistemas em maior escala, avaliando também o emprego integral (casca e fibra, além de estudos econômicos que considerem os custos de logística e acondicionamento.Palavras Chaves: pirólise lenta, carbonização, resíduos de coco.

  8. Processamento e caracterização de snack extrudado a partir de farinhas de quirera de arroz e de bandinha de feijão Processing and characterization of an extruded snack made from broken rice flour and broken common bean flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Vânia Carvalho

    2012-03-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo desenvolver nova formulação de snack por extrusão termoplástica a partir de mistura de farinhas de quirera de arroz e de bandinha de feijão, bem como avaliar o potencial nutricional, tecnológico e sensorial do novo produto. A farinha de bandinha de feijão carioca foi incorporada à farinha de quirera de arroz na proporção de 30%. O snack foi produzido em extrusora monorrosca, escala piloto. Os parâmetros de extrusão foram fixos, utilizando-se três zonas de extrusão com temperaturas de 40, 60 e 85 °C; velocidade do parafuso de 177 rpm; taxa de alimentação de 292 g.min-1, e matriz circular de 3,85 mm de diâmetro. A amostra de snack foi submetida a caracterizações fisicoquímica, tecnológica e sensorial. Observou-se efeito significativo da farinha de bandinha de feijão no aumento dos teores proteico e de fibras no snack obtido, quando comparada à farinha de quirera de arroz. Em relação às características tecnológicas do produto, obteve-se 0,17 g.cm-3 para densidade aparente, 7,75 para o índice de expansão e 435, g.f para a dureza instrumental. A formulação estudada foi aceita sensorialmente, com índice de aceitação para impressão global de 76%. Conclui-se que é possível produzir snacks por extrusão a partir da incorporação de 30% de farinha de bandinha de feijão à farinha de quirera de arroz, resultando em produto aceito sensorialmente e com adequado valor nutricional.The objective of this work was to develop a new formulation for a snack made by thermoplastic extrusion from a mixture of broken rice flour and broken common bean flour, and assess the nutritional, sensory and technological potential of the new product. The broken common bean flour was added to the broken rice flour at a rate of 30%, and the snack was produced in a pilot scale single screw extruder. The extrusion parameters were fixed using three extrusion zones (at 40, 60 and 85 °C; screw speed of 177 rpm

  9. Avaliação da correção da energia pelo balanço de nitrogênio em alimentos para frangos de corte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.C. Andrade

    2016-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar valores de energia metabolizável aparente e de energia metabolizável aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio de alimentos para frangos de corte, bem como avaliar os efeitos da correção da energia sobre seu desempenho, foram conduzidos dois experimentos: I determinação da energia do milho, do farelo de soja, da farinha de carne e ossos, da farinha de vísceras e da farinha de penas, pelo método de coleta total de excretas, utilizando-se 450 pintos de corte com um dia de idade, distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso, sendo seis tratamentos e cinco repetições; II desempenho de 960 frangos de corte, distribuídos ao acaso, em cinco tratamentos e seis repetições. As aves que receberam os tratamentos A (matriz energética de acordo com Rostagno et al. (2011 e E (energia sem correção com ajuste pela idade apresentaram melhor desempenho, e as aves do tratamento E tiveram melhor conversão alimentar. Portanto, formulações com energia sem correção pelo balanço de nitrogênio e ajustadas pela idade são viáveis tanto sob o ponto de vista zootécnico, quanto econômico.

  10. CASCA E COCO DE MACAÚBA ADICIONADOS AO CONCENTRADO PARA VACAS MESTIÇAS LACTANTES EM DIETAS À BASE DE SILAGEM DE MILHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Freitas Sobreira

    2012-07-01

    Full Text Available A possibilidade de uso dos resíduos gerados na produção de biodiesel pode ser uma ajuda valiosa na alimentação dos ruminantes, já que a quantidade de resíduos é grande; deste modo, a destinação final deve ocorrer de forma apropriada. Foi testada a viabilidade do uso da casca do coco e do coco triturado na alimentação animal, substituindo a ração constituída de milho e farelo de soja em 0, 0,4; 0,8 e 1,2 kg de um total de 2,5 kg/vaca/dia. O concentrado foi fornecido às vacas leiteiras no momento da ordenha, realizada duas vezes ao dia, e a silagem, uma vez, pela manhã. Oito vacas mestiças Holandês-Gir foram utilizadas, sendo distribuídas em dois quadrados latinos 4 x 4, com média de 11 kg de leite/dia. As análises químicas do leite foram feitas na Embrapa Gado de Leite em Juiz de Fora - MG. Foram realizadas pesagens da produção de leite e dos animais a cada término de período de 10 dias. Foi feita análise das variáveis em delineamento quadrado latino. O modelo estatístico incluiu efeitos de tratamento (níveis de substituição, quadrado latino (QL, animal/QL e período/ QL à 5% de probabilidade. Não foram verificadas diferenças na produção de leite. Os teores de lactose, extrato seco e extrato seco desengordurado apresentaram-se significativamente diferentes, porém a produção diária em kg/dia não. Assim a casca do coco e o coco de macaúba triturados podem ser utilizados em até 1,2 kg, de um total de 2,5 kg de concentrado/vaca/dia, sem afetar o desempenho de vacas mestiças produzindo aproximadamente 11 kg de leite/dia e recebendo silagem de milho como volumoso.

  11. Composição corporal e crescimento de juvenis de piava alimentados com dietas contendo farinhas de trigo e milho submetidas ao cozimento Body composition and growth of piava juveniles fed with diets containing corn and wheat flours submitted to the cooking

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Lazzari

    2007-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, foi avaliado o efeito do cozimento das farinhas de milho e trigo na composição corporal e crescimento de piavas. Foram utilizados 300 juvenis (peso no médio inicial=8,03 ± 0,02g, alimentados durante 60 dias, uma vez ao dia (3%PV. As dietas utilizadas constituíam-se de matriz única, designadas da seguinte forma: dieta B (sem cozimento, M (farinha de milho cozida, T (farinha de trigo cozida e dieta MT (ambas as farinhas cozidas. A umidade corporal foi maior nos peixes das dietas M, T e MT, ocorrendo o inverso para os lipídios corporais. As cinzas e proteína não apresentaram diferenças significativas. Não se observou efeito do tratamento térmico sobre o crescimento dos peixes. Conclui-se que o cozimento sobre as farinhas de milho, trigo ou ambas não afeta o crescimento, porém diminui a deposição de lipídios em juvenis de piava.This study was aimed at evaluating the cooking effect in corn and wheat flours in the body composition and growth of piava. They were used 300 juveniles (Initial weight=8.03 ± 0.02g, fed for 60 days, once a day (3%BW. The basal diet was constituted by only matrix, being the treatments designated: diet B (without cooking, M (cooked corn flour, T (cooked wheat flour and diet MT (both cooked flours. Body moisture was higher in fish fed with M, T and MT diets, while the inverse was observed for the body lipids. The ash and protein values didn't present significant differences. It was not observed effect of the thermal treatment on the fish growth. It's concluded that the cooking in the corn and wheat flours not affect growth, however it reduces lipids deposition in piavas juveniles.

  12. Casca de banana: uma possível fonte de infecção no tratamento de fissuras mamilares Banana peel: a possible source of infection in the treatment of nipple fissures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franz Reis Novak

    2003-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar a microbiota da casca de banana prata, comercializada na cidade do Rio de Janeiro, tentando correlacioná-la com a possibilidade de que seja uma fonte de infecção para a mulher que a utiliza como terapia para fissuras mamilares. MÉTODOS: foram estudados, em 20 amostras de casca de banana, os seguintes microrganismos: mesófilos, coliformes totais, coliformes fecais, Pseudomonas aeruginosa, lipolíticos, proteolíticos, bolores e leveduras, bactérias lácticas e estafilococos coagulase-positiva. RESULTADOS: as análises microbiológicas revelaram a ocorrência de diversos grupos clássicos de microrganismos. A distribuição percentual dos resultados positivos nas amostras de casca de banana, em função das contagens, foram: mesófilos, 100%; coliformes totais, 20%; estafilococos coagulase-positiva, 25%; bolores e leveduras, 30%; proteolíticos, 70%; lipolíticos, 30% e bactérias lácticas, 95%. Coliformes fecais e Pseudomonas aeruginosa não foram isolados. CONCLUSÃO: a avaliação conjunta dos resultados revela a presença de microrganismos potencialmente patogênicos em níveis capazes de comprometer a qualidade microbiológica da casca de banana. A sua aplicação sobre fissuras mamilares para o tratamento destas pode favorecer o início de um processo infeccioso.OBJECTIVE: the objective of the present investigation is to study the microbiology of banana peel being sold in the city of Rio de Janeiro, in an attempt to determine the possibility that the peel may represent a source of infection for women who use it to treat nipple fissures. METHODS: the following microorganisms were studied in 20 banana peel samples: mesophiles, total coliforms, fecal coliforms, Pseudomonas aeruginosa, lipolytic and proteolytic microorganisms, molds and yeasts, lactic bacteria, and coagulase-positive staphylococcus. RESULTS: the microbiological analyses revealed the occurrence of

  13. Constituintes químicos da casca do caule de Amburana cearensis A.C. Smith

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kirley Marques Canuto

    2006-12-01

    Full Text Available The phytochemical analysis of the ethanol extract trunk bark of Amburana cearensis allowed the isolation and identification of twelve constituents: coumarin, sucrose, two phenol acids (vanillic acid and protocatechuic acid, five flavonoids (afrormosin, isokaempferide, kaempferol, quercetin and 4'-methoxy-fisetin, a phenol glucoside (amburoside A and a mixture of glucosilated b-sitosterol and stigmasterol. Their structures were elucidated by spectroscopic methods such as IR, MS, ¹H and 13C NMR, including uni and bidimensional techniques, in addition to comparison with literature data.

  14. PARÂMETROS TERMODINÂMICOS DA CASCA DE LARANJA DESIDRATADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina M. Santos

    2015-05-01

    Full Text Available The global energy scenario is currently a widely discussed topic, with growing concern about the future supplies. Thus, much attention has been dedicated to the utilization of biomass as an energy resource. In this respect, orange peel has become a material of great interest, especially to Brazil, which generates around 9.5 million tons of this waste per year. To this end, the authors studied the kinetics of the thermal processing of dried orange peel in inert and oxidizing atmosphere. The thermodynamic parameters were determined by the Ozawa-Flynn-Wall method for the global process observed during heating from the 25°C up to 800°C. The thermal analysis in air and nitrogen showed 3-2 stages of mass loss, respectively, with approximately 20% residual mass under a nitrogen atmosphere. The increase in the values of activation energy for the conversion points between 20% and 60% for thermal effects in air and nitrogen atmosphere was observed. The activation energy obtained in an oxidizing atmosphere was higher than that obtained under a nitrogen atmosphere. The fourier-transform infrared spectroscopy and X-ray diffraction analysis showed that the material has a high level of complexity with the presence of alkali and alkaline earth groups as well as phosphate, plus substances such as pectin, cellulose and lignin.

  15. Cupuacu peel utilization for energy production; Aproveitamento da casca do cupuacuzeiro para producao de energia

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Santos, Eyde Cristianne Saraiva dos; Souza, Rubem Cesar Rodrigues; Seye, Omar; Lau, Jim; Freitas, Katriana Tavares de [Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, AM (Brazil). Centro de Desenvolvimento Energetico Amazonico (CDEAM)], e-mail: cdeam_ufam@yahoo.com.br

    2004-07-01

    In the present study, are presented preliminaries results of the project 'Use of the fruit of the cupuacuzeiro for generation of energy.' The elementary and thermal analyses are carried out for the cupuacu peel and for the coal obtained starting from the carbonization of that peel. The initial results come quite favorable for the use of the peel and of the coal as energy input in thermo conversion process where the generation of electric energy is sought. (author)

  16. Avaliação da atividade antimicrobiana de extratos de Dioclea grandiflora Mart. ex. Benth., Fabaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Lúcio Soares da Silva

    Full Text Available A espécie Dioclea grandiflora Mart. ex. Benth., Fabaceae é uma planta que pertence à família Fabaceae, popularmente conhecida como mucunã-de-caroço e olho-de-boi, e, encontra-se distribuída nas regiões da caatinga e serrado do Brasil. Os extratos aquoso, etanólico e hidroalcoólico da casca do caule, da casca da raiz e da folha de D. grandiflora, nas concentrações de 313 µg/mL a 10.000 µg/mL, foram analisados por meio de técnica de difusão em ágar, frente a vinte microrganismos representantes de bactérias Gram positivas, Gram negativas, fungos filamentosos e leveduras. O extrato aquoso da casca do caule, na concentração de 10.000 µg/mL, inibiu o crescimento de Staphylococcus aureuscom halo de 20 mm. Já o extrato hidroalcoólico da casca do caule inibiu apenas S. aureuscom halo de 18 mm, enquanto o extrato da folha inibiu o crescimento de dois dermatófitos, Trichophyton mentagrophytese Microsporum canis. Por outro lado, o extrato hidroalcoólico da casca da raiz inibiu apenas M. caniscom halo de 15 mm de diâmetro. Das frações do extrato aquoso da folha, apenas acetato de etila inibiu o crescimento de Streptococcus epidermides, Candida albicans, T. metagrophytese M. canis.Para o extrato etanólico do caule, a fração aquosa inibiu S. epidermidese S. aureus.

  17. Substituição do feno de coastcross por casca de soja na alimentação de cabras em lactação Replacement of coastcross hay by soybean hulls in diets for lactating goats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Shinkai Gentil

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho verificar a resposta de cabras em lactação alimentadas com dietas contendo casca de soja em substituição ao feno de coastcross. Trinta e seis cabras (38±5 dias em lactação; 2,1±0,4 kg/dia foram distribuídas em delineamento experimental de blocos completos casualizados e confinadas por oito semanas. As dietas foram compostas de 50% de volumoso e 50% de concentrado e com o mesmo teor de fibra em detergente neutro. A casca de soja substituiu o feno de coastcross em 0, 33, 67 ou 100% da matéria seca (MS. O consumo de matéria seca e a eficiência alimentar apresentaram resposta quadrática aos teores de casca de soja na dieta. A produção de leite e a variação do peso corporal não foram alteradas, porém a concentração de gordura e lactose do leite aumentou e os tempos gastos com ruminação e mastigação decresceram com a inclusão da casca de soja na dieta. A casca de soja pode substituir totalmente o feno de coastcross em dietas para cabras em lactação, pois essa substituição não prejudica a produção de leite e aumenta o teor de gordura e lactose do leite. Em comparação ao feno picado de coastcross, a casca de soja apresenta menor efetividade em estimular a ruminação e a mastigação.The objective of this experiment was to verify the response of lactating goats fed diets with different levels (content of soybean hulls replacing coastcross hay (Cynodon sp. on performance. Thirty-six lactating Saanen goats (38±5 days of lactation; 2.1±0.4 kg/day were assigned to a randomized complete blocks design and housed for 8 weeks. Goats were fed diets of 50% roughage and 50% concentrate, but with the same amount of neutral detergent fiber. Soybean hulls replaced hay by 0, 33, 67 or 100% of the dry matter (DM. Dry matter and NDF intake and feed efficiency showed a quadratic response to the levels of soybean hulls in the diet. Milk yield and body weight variations did not change; however, milk fat

  18. Avaliação nutricional, em tilápias-do-nilo, de farinhas de sangue bovino obtidas por três métodos de processamento Nutritional evaluation, in Nile-tilapia, of bovine blood meals obtained by three processing methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Celso Pezzato

    2012-03-01

    Full Text Available Avaliaram-se farinhas de sangue obtidas pelos métodos de processamento em tambor, convencional e atomização. As farinhas foram submetidas ao processo de extração e fracionamento da proteína para determinação do perfil do tamanho molecular, que foi comparado ao do sangue bovino in natura. Nas amostras, submetidas ou não ao processo de desengorduramento, foram realizadas análises da digestibilidade in vitro da proteína. Para determinação dos coeficientes de digestibilidade dos nutrientes in vivo, foram confeccionadas quatros rações, sendo uma sem farinha de sangue, denominada ração-referência purificada. Para essa etapa, juvenis de tilápia-do-nilo com peso médio inicial de 100,0±5,0 g foram estocados em aquários de 250 L, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições e dez peixes/unidade experimental. As rações-teste foram obtidas com a introdução de 30% das farinhas de sangue em estudo. O processamento afetou a estrutura proteica original do sangue in natura em condições de alta temperatura e tempo prolongado, efeito traduzido pela alta proporção de peptídeos de baixo peso molecular e aminoácidos livres, correspondendo a baixos valores de digestibilidade da proteína da farinha de sangue nos testes in vivo e in vitro. A farinha de sangue atomizada e a de tambor são eficientemente utilizadas por tilápias-do-nilo. Na farinha de sangue convencional, a proteína teve valor biológico inferior ao das outras duas farinhas. Na formulação de rações contendo farinha de sangue para tilápias-do-nilo, a isoleucina deve ser considerada o primeiro aminoácido limitante, seguida pela metionina+cistina, arginina e treonina, que foram encontradas em níveis críticos para essa espécie, principalmente na farinha de sangue convencional.Three kinds of blood meal coming from different processing conditions (spray-dried, drum-dried and vat-dried blood meals were evaluated. Protein extraction and fractionation

  19. Avaliação sensorial de produtos panificados com adição de farinha de bagaço de maçã Sensory evaluation of bakery products with the addition of apple pomace flour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laylla Marques Coelho

    2010-09-01

    Full Text Available A industrialização da maçã, em particular do suco, gera, no processamento, como principal resíduo ou subproduto, o bagaço, e como gerenciá-lo adequadamente está entre as prioridades das indústrias processadoras. A composição físico-química da farinha de bagaço de maçã apresentou, neste estudo, 43% de fibras em base seca. Os estudos sobre as fibras demonstram que elas exercem uma ação hipocolesterolêmica, reduzindo a digestão e a absorção dos lipídios dietéticos, aumentando a excreção fecal dos ácidos biliares e esteróis neutros, aumentando a produção de ácidos graxos de cadeia curta no cólon e diminuindo a porcentagem de ácidos biliares primários na bile. O objetivo deste estudo foi avaliar sensorialmente produtos panificados, adicionados de farinha de bagaço de maçã, e comprovar que a farinha de bagaço de maçã pode constituir fonte alternativa potencial de fibra alimentar para a formulação de alimentos panificados.The industrialization process of apple, particularly juice, generates the pomace as the main residue or by-product, whose proper management should be among the priorities of the processing industries. The physicochemical composition of the apple pomace flour obtained in this study consisted of 43% of fiber on a dry basis. Studies on the fibers show that they have a hypocholesterolemic action reducing the digestion and absorption of dietary lipids, increasing the fecal excretion of bile acids and neutral sterols, increasing the production of short-chain fatty acids in the colon, and decreasing the percentage of primary bile acids. The objective of this study was to evaluate sensorially bakery products added with apple pomace flour to show that the apple pomace flour can be a potential alternative source of dietary fibers in bakery products.

  20. Bioactive dihydroxyfuranonaphthoquinones from the bark of Tabebuia incana A.H. Gentry (Bignoniaceae and HPLC analysis of commercial pau d'arco and certified T.incana bark infusions Diidroxifuranonaftoquinonas bioativas das cascas de Tabebuia incana A.H. Gentry (Bignoniaceae e análise por CLAE de infusões de cascas de pau d' arco comercial e T. incana certificada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Kelly Reis de Morais

    2007-01-01

    Full Text Available Tabebuia incana A.H. Gentry (Bignoniaceae is a tree from the Brazilian Amazon having medicinal uses and is one several Tabebuia spp. known as pau d'arco or palo de arco in this region. Fractionation of the bark ethanolic extract afforded a mixture of 5 and 8-hydroxy-2-(1-hydroxyethylnaphtho[2,3-b]furan-4,9-diones (1 and 2, respectively identified on the basis of nuclear magnetic resonance (NMR, infrared (IR and mass (MS spectra, whose in vitro antimalarial and antitumor activity have been shown previously. This is the first study on T. incana bark, and 2 are described in this species for the first time. Also, high performance liquid chromatography (HPLC analysis of T. incana bark tea revealed the presence of the 1 + 2 mixture peak corresponding to a concentration in the range 10-6-10-5 M. The chromatograms of teas prepared from commercial pau d' arco and T. incana bark were also studied and the presence of the 1 + 2 peak has potential for quality control of commercial plant materials.Tabebuia incana A.H. Gentry (Bignoniaceae é uma árvore da Amazônia brasileira com usos medicinais. É uma de várias espécies de Tabebuia conhecidas como pau d'arco ou palo de arco nesta região. O fracionamento do extrato etanólico das cascas resultou no isolamento da mistura de 5 e 8-hidróxi-2-(1-hidroxietilnafto[2,3-b]furano-4,9-dionas (1 e 2, respectivamente, identificadas com base em seus espectros de ressonância magnética nuclear (RMN, infravermelho (IV e massa (EM, e cujas atividades antimalárica e antitumoral in vitro foram mostradas previamente. Este é o primeiro estudo das cascas de T. incana e a primeira vez que o composto 2 é descrito nesta espécie. Análises por cromatografia liquida de alto empenho (CLAE do chá das cascas de T. incana revelaram a presença de um pico correspondente à mistura de 1 + 2, permitindo inferir uma concentração na faixa de 10-6-10-5 M desses componentes no chá. Os cromatogramas de chás (infusões preparados a

  1. Substituição do Milho pela Farinha de Mandioca de Varredura em Dietas de Cabras em Lactação: Produção e Composição do Leite e Digestibilidade dos Nutrientes Corn Replacement by Cassava by-Product Meal in the Lactating Goat Diets: Effects on Milk Production and Composition and Nutrients Digestibility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Fernanda Mouro

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da substituição do milho pela farinha de mandioca de varredura, em dietas de cabras Saanen em lactação, sobre o desempenho, a composição do leite (sólidos totais e proteína bruta, a digestibilidade da matéria seca (MS, matéria orgânica (MO, proteína bruta (PB, extrato etéreo (EE, fibra insolúvel em detergente neutro (FDN, e amido e a concentração dos nutrientes digestíveis totais (NDT das dietas. Foram utilizadas quatro cabras há 100 dias em lactação. O delineamento utilizado foi o quadrado latino 4 x 4, em que os tratamentos consistiram em níveis de 0, 33, 67 e 100% de substituição do milho pela farinha de varredura. Os tratamentos não influenciaram a ingestão, excreção fecal, digestão total e a digestibilidade total da MS, MO, PB, FDN e carboidratos não-fibrosos (CNF. Houve diminuição linear na excreção fecal e aumento na digestibilidade do amido, com a inclusão da farinha de mandioca de varredura. O NDT não diferiu entre as dietas estudadas, com média de 71,59%. Houve correlação positiva entre a digestibilidade da matéria orgânica (DIGMO e o NDT (r = 0,9472, permitindo estimativas do NDT a partir da equação NDT (% = 0,8897DIGMO (% + 10,9940 (R²=0,8972. A substituição da farinha da mandioca de varredura não alterou a produção, bem como a composição do leite. Recomenda-se a utilização da farinha de mandioca de varredura em dietas de cabras em lactação, em total substituição ao milho, sem prejuízos na digestibilidade dos nutrientes e na produção.The objectives of this work were to evaluate effects of replacing corn by cassava by-product meal, in diets of Saanen lactating goats, on milk production and composition (total solids and crude protein, nutrient apparent digestibility and total digestible nutrients (TDN of diets. Four multiparous goats fitted with ruminal cannula, with 100 days of lactation, were used. The design was a 4 x 4 Latin

  2. Allelopathic potential of bark and leaves of Esenbeckia leiocarpa Engl. (Rutaceae Potencial alelopático de folhas e cascas de Esenbeckia leiocarpa Engl. (Rutaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flaviana Maluf Souza

    2010-03-01

    sementes germinadas nos extratos de casca. Ambos os extratos causaram atrasos na germinação, sendo que os extratos de folha afetaram também a porcentagem de sementes germinadas. Os extratos de folha, em todas as concentrações, inibiram fortemente o desenvolvimento das plântulas e causaram a todas elas algum grau de anormalidade; os extratos de casca também causaram anormalidades e reduziram o crescimento das plântulas. O desenvolvimento da radícula foi mais sensível à ação dos extratos do que o crescimento do hipocótilo. Os efeitos negativos dos extratos de folhas foram mais pronunciados do que os causados pelos extratos de casca e os efeitos de ambos os extratos foram sempre positivamente correlacionados com sua concentração.

  3. Incorporação de farinhas de resíduos de Jundiá na dieta: bioquímica plasmática, parâmetros hepáticos e digestivos Addition of Jundiá waste meal in diet: plasmatic biochemistry, hepatic and digestive parameters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzete Rossato

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a influência da adição de farinha de resíduos de jundiá (Rhamdia quelen na dieta de exemplares desta espécie sobre a bioquímica plasmática, parâmetros hepáticos e digestivos. No experimento I (EXP I, compararam-se dietas com 30% de farinha de carne e ossos suína (FCO, farinha de carcaça de jundiás com vísceras (FCJCV, farinha de carcaça de jundiá sem vísceras (FCJSV e farinha de jundiás inteiros (FJI. No experimento II (EXP II, níveis de inclusão de FCJCV foram testados (0; 3,75; 7,5; 15 e 30%. No plasma, foram quantificadas proteínas totais circulantes, colesterol total, triglicerídeos, glicose, albumina e aminoácidos. No fígado, analisou-se glicose, amônia, proteínas totais, glicogênio, aminoácidos e transaminases. No estômago, foi determinada a atividade de protease ácida e, no intestino, tripsina e quimotripsina. No EXP I, foram observados menores níveis de glicose no plasma e alanina aminotransferase (ALT no fígado, para o tratamento FCJSV, e maiores índices destes para FCO. A atividade da protease ácida e da quimotripsina foram menores para a FCO e maior para a FCJCV. No EXP II, os índices de aminoácidos livres e colesterol total no plasma aumentaram com a elevação dos níveis de inclusão da FCJCV na dieta. A incorporação de farinhas de resíduos de jundiá à dieta altera a bioquímica plasmática, os parâmetros hepáticos e digestivos dos juvenis de jundiá, porém essas alterações não influenciaram na saúde dos peixes, demonstrando sua qualidade nutricional e eficiência no uso em dietas para peixes.The objective of this study was to analyze the influence of the addition of jundiá (Rhamdia quelen waste meal in the diet of this species, on plasmatic biochemistry, liver and digestive parameters. Experiment I (EXP I compared diets with 30% of meat and swine bones (FCO, Jundiá carcass meal with viscera (FCJCV, Jundiá carcass meal without viscera (FCJSV and

  4. Composição centesimal e de minerais de casca e polpa de manga (Mangifera indica L. cv. Tommy Atkins Mango rind and pulp (Mangifera indica L. cv. Tommy Atkins centesimal composition and minerals contents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Marques

    2010-12-01

    Full Text Available O Brasil produz cerca de 140 milhões de toneladas de alimento por ano; entretanto, a fome ainda é um dos maiores problemas enfrentados por grande parte da sua população. O aproveitamento integral de alimentos é uma alternativa para suprir as necessidades nutricionais e contribuir para reduzir o lixo orgânico. Nesse sentido, cascas, talos, sementes e outras partes, tradicionalmente não utilizadas como alimentos, podem ser incorporadas na dieta alimentar. Estudos revelam que cascas de muitas hortifrutícolas possuem mais nutrientes que determinadas polpas, a parte tradicionalmente consumida. No entanto, o conhecimento sobre a concentração de metais pesados nessas frações também é importante, uma vez que podem provocar intoxicações alimentares, se consumidos, mesmo em concentrações reduzidas. O Brasil é o sétimo produtor mundial de manga e dentre as cultivares de importância comercial, a cv. Tommy Atkins é a mais plantada e exportada pelo Brasil. A pesquisa teve como objetivo determinar a composição centesimal e o perfil de macro e microminerais, inclusive, os elementos-traço, da casca e da polpa de manga cv. Tommy Atkins. A maior fração da composição centesimal da casca estudada foi a umidade, seguida dos carboidratos totais, com destaque para o teor de fibra alimentar total (FAT, que representou cerca 11% dessa quantidade. Já os teores de proteína e de cinzas apresentaram cerca de 2,5%, enquanto a fração lipídica foi inferior aos demais componentes. O perfil de minerais da casca revelou que as concentrações desses elementos foram superiores aos encontrados na polpa, exceto para zinco e ferro. As concentrações de metais pesados presentes na casca, em função das concentrações menores que 0,1 mg/100g, possibilitam a sua utilização na alimentação humana. A composição centesimal e perfil mineral da casca da manga demonstraram a sua importância nutricional e a possibilidade da utilização dessa parte, at

  5. Níveis de inclusão de farinha de penas na dieta sobre o desempenho e características de carcaça de codornas para corte - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.661 Inclusion levels of feather meal in the diet on performance and carcasses characteristics of quail for meat - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.661

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcus Ferreira Pessôa

    2006-01-01

    Full Text Available Avaliou-se o desempenho de 240 codornas européias para corte mediante diferentes níveis de inclusão de farinha de penas na dieta. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos (0, 3, 6 e 9% de farinha de penas, 5 repetições e 12 animais por unidade experimental. De acordo com os resultados, a farinha de penas pode ser utilizada na dieta de codornas para corte, exceto no período de 1 a 7 dias, em até 9%, sem alterações negativas sobre o desempenho dos animais. Entretanto, foi observado que na medida em que houve aumento da inclusão de farinha de penas na dieta, houve redução do consumo de ração e no rendimento de coxa mais sobrecoxa, assim como aumento do rendimento de dorso mais asas.The performance of 240 European quail for meat was evaluated using different levels of feather meal in the diet. The experiment was conducted with a totally randomized design, consisting of four treatments (0, 3, 6, and 9% of feather meal, five repetitions and twelve animals per experimental unit. Results show that, feather meal can be utilized in the quail for meat diet, except in a period of 1 to 7 days, up to 9%, without significant negative effects on the performance of the animals. However, as the inclusion of feather flour in the diet increased, a reduction in the consumption of feed and in the thigh yield were observed, as well as an increase in back + wing yield.

  6. ANÁLISE QUÍMICA DE MISTURAS À BASE DE FARINHAS DE ARROZ, MANDIOCA E BANANA SUPLEMENTADAS COM DIFERENTES FONTES PROTÉICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Aparecida Gonçalves OLIVEIRA

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Com o objetivo de melhorar o estado nutricional das crianças pré-escolares (2 a 6 anos foi desenvolvida uma mistura-base de farinhas de arroz, banana e mandioca, a qual foi suplementada com outras fontes protéicas. O Cômputo Químico mostrou que as melhores proporções de misturas foram: mistura I (farinha de arroz + mandioca + banana, 70:20:10, mistura II (mistura I + farinha de feijão-guandu, 70:30, mistura III (mistura I + farinha de girassol, 55:45, mistura IV (mistura I + farinha de gergelim, 50:50, mistura V (mistura I + farinha de pescado, 50:50. Os resultados mostraram que a mistura V apresentou os maiores valores para o teor protéico e extrato estéreo. A mistura IV apresentou resultado superior às demais misturas para os minerais ferro, zinco, fósforo, cálcio e magnésio. A digestibilidade in vitro das misturas IV e V não diferiram estatisticamente entre si. PALAVRAS-CHAVE: teor protéico; minerais; fatores antinutricionais; fibra detergente ácida (FDA; fibra detergente neutra (FDN; digestibilidade in vitro.

  7. Qualidade de mudas de guaco produzidas por estaquia em casca de arroz carbonizada com vermicomposto Quality of guaco seedlings produced by stakes in rice hulls with humus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Henrique I Vidal

    2006-03-01

    Full Text Available O guaco é uma espécie medicinal cuja parte da planta utilizada são as folhas. A propagação das plantas dá-se por meio de estacas. O objetivo deste trabalho foi avaliar ao longo do tempo o desenvolvimento e a qualidade de mudas de guaco propagadas por estacas em diferentes concentrações de vermicomposto adicionado a casca de arroz carbonizada. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas [cinco proporções de vermicomposto (0; 5; 10; 20 e 40% e cinco épocas de avaliação (60; 70; 80; 90 e 100 dias], com quatro repetições. Cada parcela foi composta por 60 estacas (15% de ramos apicais, 70% de ramos médios e 15% ramos basais. Foram avaliados a altura, diâmetro; retenção foliar; número e comprimento de brotos; área foliar; peso seco das folhas, caule, parte aérea, sistema radicular e total; relação parte aérea/sistema radicular; altura/diâmetro da base da estaca; altura/peso seco da parte aérea e o Índice de Qualidade de Dickson (IQD. Todas as estacas de guaco avaliadas formaram sistemas radiculares com a adição ou não de vermicomposto a casca de arroz carbonizada. As mudas de guaco alcançaram boa qualidade entre 90 a 100 dias após o transplantio das estacas. Os parâmetros que definiram a qualidade das mudas foram o peso seco da parte aérea por peso seco do sistema radicular, altura da parte aérea por peso seco da parte aérea, altura da parte aérea por diâmetro da base da estaca e IQD, que apresentaram os valores de 5,85; 4,24; 14,41 e 0,17, respectivamente.The guaco is a medicinal specie where the leaves are used, once they possess the active ingredient. The propagation of the plants is made by stakes. In this experiment we evaluated the development and quality of guaco dumb propagated by stakes in different concentrations of humus added to rice hulls. The experimental design was of randomized blocks with subdivided parcels [five humus proportions (0; 5; 10; 20 and 40% and

  8. Performance of Holstein-Zebu cows under partial replacement of corn by coffee hulls Desempenho de vacas Holandês-Zebu sob substituição parcial de milho por casca de café

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anamaria Almeida Costa Tavares

    2005-04-01

    Full Text Available Replacement of corn by citrus pulp or coffee hulls explores the potential of dairy cows to digest fiber-rich feedstuffs. However, for the State of Minas Gerais, Brazil, replacing citrus pulp by coffee hulls may reduce milk production costs, since citrus pulp needs to be imported from another state, while coffee hulls are highly available at essentially no cost. The objective of this experiment was to evaluate the performance of crossbred cows fed concentrates containing 25% coffee hulls (Coffee or 25% citrus pulp (Pulp as a replacement for ground corn grain (Corn; 47.4% in the concentrate. Forty-two cows were blocked based on milk yield and allocated to one of the three treatments for 56 days, following a 14-day standardization period. Concentrates were fed twice a day during the milking routine, 1 kg to each 2.5 kg of the average milk yield for the block, determined at the end of the standardization period. The daily 3.5% fat-corrected milk yield was 7.5 kg for Corn, 7.9 kg for Pulp and 6.2 kg for Coffee (P 0.26. The Pulp concentrate provided the highest financial efficiency, while Coffee was the least efficient (P A substituição de milho por polpa de citros ou casca de café explora o potencial da vaca leiteira de digerir alimentos ricos em fibra. Entretanto, para o Estado de Minas Gerais, Brasil, a substituição de polpa cítrica por casca de café pode reduzir o custo de produção do leite, pois a polpa requer importação de outro estado, enquanto a casca de café existe em alta disponibilidade e a preço praticamente nulo. O objetivo deste experimento foi avaliar o desempenho de vacas mestiças alimentadas com concentrados contendo 25% de casca de café (Café ou 25% de polpa de citros (Polpa em substituição ao milho em grão moído (Milho; 47,4% do concentrado. Quarenta e duas vacas foram divididas em 14 blocos por produção de leite e alocadas a um dos três tratamentos por 56 dias, após um período de padronização de 14 dias

  9. Utilização de farinha de albedo de maracujá (Passifl ora edulis fl avicarpa degener no preparo de massa alimentícia
    Using of passion fruit albedo flour in a homemade pasta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. SPANHOLI

    2010-05-01

    Full Text Available

    Os objetivos deste estudo foram avaliar a viabilidade de utilização de diferentes concentrações de farinha de albedo de maracujá (FAM na elaboração de massa alimentícia, assim como analisar as características físicas e sensoriais dos produtos elaborados. Os macarrões foram elaborados seguindo a metodologia descrita por Casagrandi et al. 5 Na análise sensorial foram oferecidas 3 amostras com 15g a cada provador,: macarrão de farinha de trigo, macarrão com 10% de FAM e o macarrão com 20% dessa mesma farinha. Participaram da análise sensorial 50 avaliadores não-treinados que estavam na instituição no momento do teste. Com o presente estudo pode-se concluir que existe a viabilidade da elaboração do macarrão caseiro, tipo espaguete, com as diferentes concentrações de FAM. A formulação padrão e a com 10% de FAM tiveram uma homogeneização mais rápida e todas as amostras levaram o mesmo tempo de cocção. Em relação às características sensoriais, a formulação com 20% de FAM foi a menos aceita.

  10. AVALIAÇÃO SENSORIAL DO SUCO DE MAÇÃ PROCESSADO COM CASCA DE ARROZ COMO COADJUVANTE DE PRENSAGEM SENSORIAL EVALUATION OF APPLE JUICE PROCESSED TOGETHER WITH RICE HULL AS PRESSING AID

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raul VICENZI

    2001-12-01

    Full Text Available Suco de maçã da variedade Fuji processado com casca de arroz como auxiliar na prensagem foi avaliado sensorialmente. Na prensagem foi utilizada pressão de trabalho de 150 e 200kgf/cm² sobre a polpa triturada e adicionado casca de arroz nas concentrações de 0; 1; 3 e 5%. Após o processamento foram efetuadas avaliações de rendimento e sensoriais por equipe de julgadores treinados. A maior concentração de casca de arroz proporcionou maior incremento no rendimento de extração do suco de maçã, superior às médias das testemunhas. Na pressão de 150kgf/cm² a testemunha obteve um rendimento de 59,91%, enquanto a concentração com 5% de casca de arroz teve um rendimento de 76,09%. Para a pressão de 200kgf/cm², a testemunha apresentou média de 66,52% e a concentração com 5% de casca de arroz obteve o maior rendimento de extração, média de 73,19%. Na avaliação sensorial, observa-se diferença significativa entre as testemunhas e os tratamentos, especialmente quanto aos atributos cor, odor e sabor. Na qualidade geral, os sucos obtidos com o tratamento testemunha foram considerados de melhor qualidade que aqueles obtidos com os tratamentos onde foi adicionado auxiliar de prensagem casca de arroz, indicando que este tratamento influencia negativamente na qualidade final do produto.The apple juice of the Fuji variety went through a sensorial evaluation in which it was processed together with rice hull that served as a pressing aid. The triturated pulp was pressed under a working pressure of 150 and 200kgf/cm² and rice hull was added in a concentration of 0; 1; 3 and 5%. A group of trained testers submitted the product of the process to sensory and yield evaluations. The highest concentration of rice hull provided higher increase in the yield of the apple juice extraction, higher than the average of the witnesses. Using a working pressure of 150kgf/cm² the yield obtained with the witness was of 59.91% while the 5% rice hull

  11. Anemia em gestantes brasileiras antes e após a fortificação das farinhas com ferro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar prevalência de anemia e valores de hemoglobina (Hb em gestantes brasileiras, antes e após a fortificação das farinhas com ferro. MÉTODOS: Estudo de avaliação de painéis repetidos, desenvolvido em serviços públicos de saúde de municípios das cinco regiões brasileiras. Dados retrospectivos foram obtidos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: antes da fortificação, com parto anterior a junho de 2004, e após a fortificação, com última menstruação após junho de 2005. Anemia foi definida como Hb < 11,0 g/dL. Valores de Hb/idade gestacional foram avaliados segundo dois referenciais da literatura. Foram utilizados teste qui-quadrado, t de Student e regressão logística, com nível de 5% de significância. RESULTADOS: Na amostra total, anemia caiu de 25% para 20% após fortificação (p < 0,001, com médias de Hb significativamente maiores no grupo "após" (p < 0,001. Observaram-se, entretanto, diferenças regionais importantes: reduções significativas nas regiões Nordeste (37% para 29% e Norte (32% para 25%, onde as prevalências de anemia eram elevadas antes da fortificação, e reduções menores nas regiões Sudeste (18% para 15% e Sul (7% para 6%, onde as prevalências eram baixas. Os níveis de Hb/idade gestacional de ambos os grupos se mostraram discretamente mais elevados nos primeiros meses, porém bem mais baixos após o terceiro ou quarto mês, dependendo da referência utilizada para comparação. Análise de regressão logística mostrou que grupo, região geográfica, situação conjugal, trimestre gestacional, estado nutricional inicial e gestação anterior associaram-se com anemia (p < 0,05. CONCLUSÕES: A prevalência de anemia diminuiu após a fortificação, porém continua elevada nas regiões Nordeste e Norte. Embora a fortificação possa ter tido papel nesse resultado favorável, há que se considerar a contribuição de outras políticas p

  12. UTILIZAÇÃO TECNOLÓGICA DOS FRUTOS DE JATOBÁ-DO-CERRADO E DE JATOBÁ-DA-MATA NA ELABORAÇÃO DE BISCOITOS FONTES DE FIBRA ALIMENTAR E ISENTOS DE AÇÚCARES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SILVA Mara Reis

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo investigar a aplicação das farinhas de jatobá-do-cerrado (Hymenaea stigonocarpa Mart. e jatobá-da-mata (Hymenaea stilbocarpa Mart. adicionadas à farinha de trigo na elaboração de biscoitos fontes de fibra alimentar e isentos de açúcares. A composição centesimal das farinhas de jatobá foi determinada, e posteriormente, foram elaborados biscoitos com substituição de 10, 15, 20 e 25% da farinha de trigo pelas farinhas de jatobá das duas espécies. Os biscoitos foram avaliados nas suas características físicas, químicas e sensoriais. As farinhas de jatobá-do-cerrado e de jatobá-da-mata apresentaram, em base seca, teores de proteína bruta de 7,60±0,22 e 8,37±0,12g/100g, lipídios de 3,03±0,05 e 2,92±0,11g/100g, cinzas de 4,60±0,06 e 5,48±0,07, fibra alimentar solúvel de 11,01±0,50 e 9,81±0,58g/100g, fibra alimentar insolúvel de 42,86±0,27 e 45,79±0,61g/100g e carboidratos de 18,54±0,55 e 20,18± 0,46g/100g, respectivamente. O fator de expansão foi maior nos biscoitos elaborados com farinha de jatobá-do-cerrado nos níveis 20 e 25% de substituição e nos biscoitos contendo 15 e 25% de farinha de jatobá-da-mata. Os biscoitos com substituição de 10% das farinhas de jatobá foram os que apresentaram maior nível de aceitação, não diferindo significativamente (p<0,05, quanto aos escores para degustação e aparência. Os biscoitos elaborados com 10% de farinha de jatobá-do-cerrado e de jatobá-da-mata apresentaram teor de fibra alimentar total de 6,05±0,09 e 6,77±0,53g/100g, respectivamente. Biscoitos isentos de açúcares e fontes de fibra alimentar podem ser produzidos com a substituição de 10% de farinha de trigo pelas farinhas de jatobá.

  13. Farinha de mandioca enriquecida com bioproteínas (Saccharomyces cerevisiae, em associação ao feijão e arroz, na dieta de ratos em crescimento Cassava flour enriched with yeast (Saccharomyces cerevisiae protein, in association with beans and rice, in the diet of growing rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácia Cavalcanti Metri

    2003-01-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito da mistura de feijão, arroz e farinha de mandioca enriquecida com bioproteína (Saccharomyces cerevisiae, em ratos wistar machos recém-desmamados (n=60, durante 28 dias. Foram utilizadas as seguintes dietas: experimentais (feijão, arroz e farinha de mandioca enriquecida com leveduras; feijão, arroz e farinha de mandioca comum; controle (farinha de mandioca enriquecida com levedura; e padrão (caseína. Determinaram-se os testes biológicos. Os orgãos foram removidos para análise de pesos úmido e seco (rim esquerdo, baço e amostras do fígado e cérebro, teor de proteína (fígado e cérebro e histopatologia (fígado, coração e rim direito. Foram ainda quantificados os lipídios totais da carcaça dos animais. Os dados foram estatisticamente avaliados pelo teste Não Paramétrico de Kruskal-Wallis e pelo teste de Comparações Múltiplas (pThe effect of a mixture of beans, rice and cassava flour enriched with yeast (Saccharomyces cerevisiae protein was assessed in weanling male Wistar rats (n=60, during 28 days. The following diets were used: experimental (beans, rice and manioc flour with yeast protein; beans, rice and cassava flour without yeast protein; control (cassava flour with yeast protein; and standard (casein. The biological test were determined. The organs were removed for evaluation of wet and dry weights (left kidney, spleen and liver and brain samples, protein levels (liver and brain, and histopathology (heart, right kidney and liver. Carcass total lipids were also recorded. Results were statistically analyzed by the Nonparametric Test of Kruskal-Wallis and the Test of Multiple Comparisons (p<0.05. The highest values for all investigated parameters were found in the casein-fed group, followed by the experimental groups. Data suggest that flour enriched with yeast protein can be recommended as a dietary supplement to eradicate the nutritional deficiency in the poor population.

  14. Adesivos à base de taninos das cascas de duas espécies de eucalipto para produção de chapas de flocos Two eucalypts bark tannin-based adhesive for production of flakeboards

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Rocha Vital

    2004-08-01

    Full Text Available Os taninos foram extraídos das cascas de Eucalyptus grandisW. Hill ex Maiden e Eucalyptus pellita F. Muell. com água quente e a adição de 4,5% de sulfito de sódio, durante três horas, nas temperaturas de 70 e 100 ºC, respectivamente. Para a produção dos adesivos, os taninos reagiram com ácido acético e sulfito de sódio, para a redução da viscosidade. Técnicas de DSC (calorimetria diferencial exploratória foram utilizadas para determinar os parâmetros cinéticos dos adesivos. Foram produzidas, em laboratório, chapas de flocos de Eucalyptus grandis e Pinus elliottii, utilizando-se 8 e 10% de adesivo de tanino sulfitado e 8% de adesivo comercial de uréia-formaldeído. As propriedades das chapas foram determinadas segundo a norma ASTM D-1037 de 1993. As propriedades das chapas fabricadas apenas com adesivo à base de taninos foram superiores ao mínimo exigido pela norma comercial ANSI/A 208.1-93, com exceção daquelas relacionadas com umidade. As chapas produzidas com adesivos de taninos da casca de Eucalyptus grandis foram superiores àquelas fabricadas com adesivos de taninos da casca de Eucalyptus pellita.Eucalyptus grandis and Eucalyptus pellita bark tannins were extracted with hot water, with addition of 4,5% of sodium sulfite, for a three hours period, at temperatures of 70ºC and 100ºC, respectively. The tannins were reacted with acetic acid and sodium sulfite, for reduction of adhesive viscosity. Calorimetric exploratory differential techniques were used to determine adhesive kinetic parameters. Flakeboards were fabricated with Pinus elliottii wood flakes, using 8% or 10% of Eucalyptus grandis or Eucalyptus pellita tannin-based adhesives or 8 % of commercial urea-formaldehyde adhesive. Board properties were determined according to ASTM D-1037 standard. Except for moisture related properties, the boards fabricated only with tannin-based adhesive were superior to the minimally acceptable ANSI/A 208.1-93 standard. The

  15. Isotermas de sorção do resíduo agroindustrial de casca do abacaxi (Ananas comosus L. Mer Sorption isotherms of the pineapple (Ananas comosus L. Mer peel residue

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinévea M. de Oliveira

    2005-12-01

    Full Text Available No estudo do processo de enriquecimento protéico da casca do abacaxi (Ananas comosus L. Mer através da levedura Saccharomyces cerevisiae e Aspergillus niger em meio semi-sólido, a atividade de água (aw é uma das variáveis que mais afetam o processo fermentativo e o armazenamento do enriquecido. Realizou-se o presente trabalho com o objetivo de estudar o comportamento das isotermas de dessorção da casca do abacaxi nas temperaturas usuais dos processos das fermentações: 25, 30, 35 e 40 ºC, de modo a correlacionar atividade de água e umidade. As isotermas obtidas foram analisadas mediante os modelos de GAB e Henderson em que, em geral, o modelo de GAB foi o que melhor ajustou os dados experimentais. A partir dessas isotermas encontraram-se faixas de umidades adequadas para se obter atividades de água recomendadas para o processo fermentativo e durante o armazenamento do enriquecido.In the study of the protein enrichment process of ring pineapple (Ananas comosus L. Mer through the yeast Saccharomyces cerevisiae and Aspergillus niger in solid state fermentation, the water activity is one of the variables that most affects the fermentation process as well as the storage of this enriched protein. The present work, had the objective of obtaing sorption isotherms of the pineapple peel residue in the usual temperatures of the fermentation processes, 25, 30, 35 and 40 ºC, in order to correlate water activity and moisture content. The obtained isotherms were analyzed by the models of Henderson and GAB, being the GAB model, in general, the one that better adjusted to experimental data. The isotherms allowed to find appropriate moisture content to obtain the water activities recommended for the fermentation process as well as during the storage of this enriched protein.

  16. Toxicidade de óleos essenciais de alho e casca de canela contra fungos do grupo Aspergillus flavus Evaluation of essential oils from Allium sativum and Cinnamomum zeilanicum and their toxicity against fungi of the Aspergillus flavus group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elson de C. Viegas

    2005-12-01

    Full Text Available Diante da propriedade inibitória de óleos essenciais vegetais sobre o desenvolvimento micelial de fungos e da importância das espécies do grupo Aspergillus flavus, que apresentam potencial para síntese de aflatoxina, este trabalho teve como objetivo avaliar in vitro a toxicidade de óleos essenciais vegetais contra fungos do grupo A. flavus, isolados a partir da cultura do amendoim. Inicialmente, foi avaliada a toxicidade de oito óleos essenciais vegetais no desenvolvimento micelial de dois isolados do grupo A. flavus, em comparação ao fungicida sintético benomyl. Em seguida, foi avaliada a toxicidade dos óleos de casca de canela (Cinnamomum zeilanicum Breym. e de bulbilho de alho (Allium sativum L. contra 37 isolados do grupo A. flavus, durante 12 meses. A maior inibição do desenvolvimento micelial de A. flavus foi obtida com o emprego dos óleos essenciais de casca de canela e de bulbilho de alho, e o efeito inibitório variou com o isolado testado.Considering the inhibitory property of essential plant oils on the mycelial development of fungi, and the importance of Aspergillus flavus-like fungi which may produce aflatoxins, this research was designed to evaluate the toxicity of essential oils against fungi belonging to the group A. flavus isolated from peanut crops. The toxicity of eight essential oils against two isolates of A. Flavuslike fungi was evaluated in comparison to the synthetic fungicide benomyl. The toxicity of Cinnamomum zeilanicum Breym. and Allium sativum L. essential oils was also evaluated against 37 fungal isolates for a period of 12 months. The highest inhibition of the mycelial development of A. flavus was obtained with cinnamon and garlic essential oils. The inhibitory effect on growth was variable according to the fungal isolate.

  17. Cinética de vulcanização de composições de borracha natural com incorporação de cinza de casca de arroz Vulcanization kinetics of natural rubber filled with rice husk ash