WorldWideScience

Sample records for em mulheres adolescentes

  1. Gravidez em mulheres adolescentes: a ótica de familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Raquel Rosado Morais

    2002-08-01

    Full Text Available Estudo descritivo, em que se objetivou conhecer a ótica de familiares acerca da situação da gravidez de uma adolescente do grupo. O estudo foi desenvolvido no município de Mossoró-RN, no Conjunto Liberdade II. Quatorze famílias participaram do estudo e a amostra de familiares de adolescentes grávidas ficou constituida por dezenove pessoas: treze mães, uma avó, duas sogras, um pai. um padrasto e um sogro. Entre os resultados do estudo, verificou-se que a preocupação com a imaturidade física e emocional das adolescentes grávidas e as questões de ordem econômica predominaram nos discursos de grande parte dos familiares; que a crise situacional intrafamiliar parecia resolver-se com o evolver da gestação e ter solução mais rápida quando a adolescente estabelecia uma união consensual com o parceiro afetivo-sexual; e que, mesmo vivendo uma crise, o comportamento de solidariedade dos familiares superou as reações emocionais negativas e os conflitos interpessoais iniciais.

  2. The search for equality: representations of the smoking act among adolescent women En búsqueda de la igualdad: representaciones del acto de fumar en mujeres adolescentes Em busca da igualdade: representações do ato de fumar em mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Adriana Sánchez Martínez

    2008-08-01

    Full Text Available This study aimed to discover the representations of the smoking habit in both non-smoking and smoking female adolescents from a high school in Querétaro, Mexico. It is a qualitative research, carried out with 14 female adolescents in 2005. A semi-structured interview and a socioeconomic survey were used to collect data. Results evidenced adolescents know the biomedical discourse, which proposes that smoking causes serious consequences to health. However, there are other symbolic reasons that influence its use such as the search for equality and image, since they think men find smoking women more attractive and mature. Peer pressure represents an important factor for women to smoke by validating its practice and minimizing its effects to the body.El objetivo de este estudio fue conocer las representaciones del acto de fumar en mujeres adolescentes fumadoras y no fumadoras de una institución de educación media superior en el estado de Querétaro, México. Es una investigación cualitativa realizada en el 2005 con 14 mujeres adolescentes. Como instrumento de recogida de información se utilizó una entrevista semi-estructurada y un cuestionario de datos sociodemográficos. Los resultados señalan que las adolescentes conocen el discurso biomédico que plantea que fumar trae graves consecuencias en el organismo, pero hay otras razones simbólicas que inciden en el consumo, tales como la búsqueda de la igualdad con los hombres y la imagen, ya que consideran que para los hombres una mujer que fuma es atractiva y tiene un grado más alto de madurez. El grupo social ejerce una influencia muy importante para que las mujeres fumen al validar la práctica y minimizar los daños en el organismo.O objetivo deste estudo foi conhecer as representações do ato de fumar em mulheres adolescentes, tanto fumantes quanto não fumantes, de uma instituição de Educação Superior no Estado de Querétaro, México. Trata-se de uma investigação qualitativa

  3. Autonomia, gênero e gravidez na adolescência: uma análise comparativa da experiência de adolescentes e mulheres jovens provenientes de camadas médias e populares em Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Sampaio Chacham

    2012-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, investiga-se como desigualdades de classe e de gênero atuam no sentido de reduzir o grau de autonomia de adolescentes (15 a 19 anos e mulheres jovens (20 a 24 anos, influenciando seu comportamento sexual e reprodutivo, especificamente na experiência da gravidez na adolescência. Na análise foram utilizados dados provenientes de dois inquéritos, cuja amostra total foi de 648 jovens do sexo feminino entre 15 e 24 anos de idade, 292 residentes em bairros de classe média e 356 em favelas situados na região centro-sul da cidade de Belo Horizonte, Brasil. Nos resultados, encontrou-se uma prevalência bruta de 27,3% de gravidez até os 19 anos entre as jovens residentes em favelas e de 1,7% entre as moradoras em bairros da região centro-sul de Belo Horizonte. Os dados apontam para uma relação direta entre a gravidez na adolescência com o controle e a violência por parte do parceiro. Entre aquelas residentes em favelas, 48% das que declararam ter sofrido violência física por parte de um parceiro e 58% das que declararam ter sofrido violência sexual haviam engravidado ao menos uma vez antes dos 19 anos. A associação da violência de gênero com a gravidez na adolescência se manteve presente mesmo quando controlada por classe social, ainda que seu peso fosse muito mais pronunciado entre as jovens de baixa renda. Esses resultados reforçam a importância de se aprofundar a compreensão acerca do impacto das desigualdades de classe e gênero no comportamento sexual e reprodutivo de adolescentes e mulheres jovens.

  4. Alcohol, drugs, and risky sexual behavior are related to HIV infection in female adolescents Álcool, drogas e comportamento sexual de risco estão relacionados à infecção por HIV em mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Margareth Siqueira Bassols

    2010-12-01

    ", apenas "risco por drogas" esteve associada com o estado sorológico HIV positivo (OR = 4,178 IC 95% = 1,476-11,827. CONCLUSÃO: Nossos achados indicam que a alta soropositividade encontrada nas jovens adolescentes que procuraram testagem evidencia a necessidade de que se desenvolvam medidas de intervenção preventivas especialmente dirigidas para comportamento de risco em mulheres adolescentes para evitar a disseminação da infecção HIV.

  5. Lesões precursoras do câncer de colo em mulheres adolescentes e adultas jovens do município de Rio Branco - Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leal Elaine Azevedo Soares

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever a freqüência das lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres de 15 a 29 anos, associando o grau de acometimento com características epidemiológicas e fatores de risco associados. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com a pesquisa de lesões precursoras do câncer de colo uterino, pelo exame de Papanicolaou, em mulheres de 15 a 29 anos com vida sexual ativa, residentes no município de Rio Branco, no período de janeiro a setembro de 2001. Como instrumento de investigação, foi aplicada ficha clínico-ginecológica, constando dados epidemiológicos, fatores de risco e resultados do exame físico-ginecológico, incluindo teste de Schiller e coleta de espécime para exame citopatológico. RESULTADOS: das 2.397 mulheres estudadas, 155 (6,4% apresentaram algum tipo de alteração epitelial cervical, sendo 146 (94,2% lesões escamosas e 9 (5,8% lesões glandulares. Nas mulheres com faixa etária de 15 a 19 anos a freqüência de alteração celular epitelial foi de 6,9%, semelhante a 6,3% observada naquelas de 20 a 29 anos (p>0,65. Este tipo de alteração foi associada ao baixo grau de escolaridade (p<0,003, ao número maior de parceiros (p<0,04, à história de doença sexualmente transmissível (p<0,001 e ao tabagismo (p<0,01. CONCLUSÃO: a freqüência elevada de lesões precursoras em faixa etária abaixo do esperado, com o padrão epidemiológico observado em outras fases da vida da mulher, evidencia a exposição precoce aos fatores risco, o que antecipa o desenvolvimento do câncer de colo uterino.

  6. Detecção sorológica de anti-HPV 16 e 18 e sua associação com os achados do papanicolaou em adolescentes e mulheres jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rama Cristina Helena

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a taxa de anticorpos neutralizantes anti-HPV 16 e/ou 18, e a sua associação com os achados da citologia oncológica do colo uterino em adolescentes e mulheres jovens. MÉTODOS: Foram incluídas, neste estudo transversal, 541 mulheres de 15 a 25 anos de idade, saudáveis, sexualmente ativas, que apresentaram exame ginecológico normal, no período de setembro a novembro de 2000. Foi obtida uma amostra cervical para citologia em meio líquido e uma amostra de sangue para identificação dos anticorpos anti-HPV 16 e/ou 18, por meio do método ELISA. As amostras foram encaminhadas para um laboratório de referência na Bélgica. Para análise estatística, foram estimadas a prevalência e a razão de prevalência (RP, com intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Entre as mulheres incluídas, 150 (27,7% apresentaram resultados positivos da sorologia sendo: 79 (14,6% por anticorpos anti-HPV 16, 35 (6,4% anti-HPV 18 e 36 (6,6% anti-HPV 16 e 18. Foram detectadas anormalidades citológicas em 107 casos (20,5%, sendo 63 classificadas como atipias celulares de significado indeteminado (ASCUS, 41 casos sugestivos de lesões de baixo (LSIL e três casos sugestivos de lesões de alto grau (HSIL. A prevalência de citologias anormais quando a sorologia foi positiva foi apenas 1,75 vez a prevalência de citologias positivas observadas com sorologia negativa. Nesta amostra não houve evidência de associação entre os resultados anormais da citologia e a positividade da sorologia. CONCLUSÃO: O resultado deste estudo indica uma alta prevalência de sorologia positiva para o HPV 16 e 18 em mulheres jovens sadias sem relação com os achados anormais da colpocitologia.

  7. Representação social da violência sexual e sua relação com a adesão ao protocolo de quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericka Viviane Pontes Procópio

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais da violência sexual e sua relação com a adesão do protocolo da quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, orientada pela teoria das representações sociais, através de entrevista gravada com 13 mulheres, com idades entre 12 e 23 anos. No grupo, observou-se que as representações sociais construídas acerca da violência sexual exerceram uma considerável influência na adesão ao tratamento quimioprofilático. As pesquisadas elaboraram imagens nas quais as preocupações geradas à família, desconfortos causados pelos efeitos dos fármacos, a mudança de rotina, o medo de adoecer, de ser estigmatizada, ansiedade e raiva, apareceram como elementos constantes, podendo acarretar o abandono do tratamento. Considerando a influência dessas representações no tratamento, verifica-se a necessidade de uma maior atenção dos serviços de saúde com relação a estas possibilidades, dispondo de recursos para planejar sua assistência com base nestas diferentes necessidades. É preciso que, além do investimento em pesquisas com novos fármacos, exista um investimento em pesquisas qualitativas, que forneçam subsídios para um acompanhamento mais apropriado das pacientes.

  8. A resiliência em mulheres de um bairro popular: recursos pessoais e contextuais

    OpenAIRE

    Maria Celia Correia Gomes

    2005-01-01

    Este é um estudo qualitativo e exploratório de mulheres que visou caracterizar os recursos pessoais e contextuais utilizados ante: abandono, violência em relação a si mesma e aos seus filhos, desemprego e doenças. Essas mulheres foram consideradas resilientes por apresentarem habilidade de superar de forma socialmente positiva as adversidades. Procurou-se identificar como tais mulheres, quando crianças e adolescentes, perceberam e exploraram seu entorno quanto ao seu funcioname...

  9. Sexual activity among female teenagers: a comparison between two groups of middle class adolescents from a private clinic according to pregnancy status Atividade sexual em mulheres adolescentes: uma comparação entre dois grupos de adolescentes de classe média de clínica particular de acordo com estado gravídico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Faisal-Cury

    2008-09-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to investigate patterns of sexual activity among teenagers. METHODS: a cross-sectional study was conducted between July 1998 and September 2000, among 117 sexually active female adolescents from a private clinic, in the city of the Osasco, State of São Paulo, Brazil. They were divided into two groups: one pregnant group (PG comprised 62 adolescents that were either pregnant (46 or had previously been pregnant (16; another group of 55 female adolescents that had never been pregnant (NPG. During consultations with these subjects, a physician conducted a semi-structured interview. Knowledge, attitudes and practices relating to sexual activity were evaluated. The comparison between the two groups was carried out using Student's t test, the chi-square test or Fisher's exact test. RESULTS: the two groups showed considerable similarities in terms of sexual behaviour, having engaged in the first sexual intercourse at the age of 15 and having had an average number of sexual partners of 1.5. Nevertheless, adolescents in the PG group had initiated sexual life earlier and tended to use less contraceptive methods during the first intercourse. Despite widespread knowledge of contraception, a large number of the adolescents did not use any contraceptive method during first sexual intercourse. In their current sexual life, an average of 81% of the participants referred to attaining orgasm. CONCLUSIONS: knowledge about contraceptive techniques is not enough to avoid unplanned pregnancies, suggesting the importance of investigating other psychosocial aspects of motherhood and maternal identity among teenagers.OBJETIVOS: investigar padrões de atividade sexual em adolescentes. MÉTODOS: estudo transversal realizado entre julho de 1998 e setembro de 2000, com 117 mulheres adolescentes sexualmente ativas oriundas de clínica privada, em Osasco, São Paulo, Brasil. Foram constituídos dois grupos: um grupo de grávidas (PG com 62 adolescentes que estavam

  10. Função sexual e saúde reprodutiva em mulheres adolescentes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil Sexual function and reproductive health in adolescent females with systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Artur Almeida da Silva

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a função sexual e a saúde reprodutiva em adolescentes com Lúpus Eritematoso Sistêmico Juvenil (LESJ e compará-las com controles. PACIENTES E MÉTODOS: Cinquenta e duas pacientes com LESJ do sexo feminino foram avaliadas com dados demográficos, função sexual, exame ginecológico, ciclo menstrual, citologia cérvico-vaginal, características clínicas e tratamento. O grupo controle incluiu 52 mulheres pareadas por idade. RESULTADOS: A média da idade foi similar nas pacientes com LESJ e controles (16,7±1,94 versus 16,13 ± 2,16 anos, P = 0,92. A média da idade da menarca foi maior nas pacientes com LESJ (12,82 ± 1,62 versus 11,55 ± 1,45 anos, P = 0,0004. A frequência de atividade sexual foi significativamente menor nas pacientes com LESJ (23% versus 60%, P = 0,0003. Em contraste, os percentuais de disfunção sexual, lubrificação vaginal reduzida, desempenho diminuído, orgasmo reduzido e insatisfação com a vida sexual foram significativamente maiores nas pacientes com LESJ (58% versus 23%, P = 0,03; 50% versus 16%, P = 0,046; 58% versus 23%, P = 0,03%; 50% versus 16%, P = 0,046; respectivamente. Por outro lado, nenhuma diferença foi observada nas pacientes com LESJ e controles em relação a dados demográficos, alterações pubertárias, anormalidades do ciclo menstrual e citologia cérvico-vaginal (P > 0,05. Nenhuma diferença foi evidenciada nas pacientes com LESJ com e sem disfunção sexual em relação aos dados demográficos, alterações pubertárias, anormalidades do ciclo menstrual e citologia cérvico-vaginal, atividade da doença, dano cumulativo e tratamento (P > 0,05. CONCLUSÃO: Este é o primeiro estudo que identificou disfunção sexual em adolescentes do sexo feminino com LESJ. Aspectos relacionados à sexualidade necessitam uma atenção especial dos profissionais de saúde que atendem adolescentes com lúpus.OBJECTIVE: To evaluate the reproductive health of female adolescents with Juvenile

  11. Estresse ocupacional em mulheres policiais

    National Research Council Canada - National Science Library

    de Magalhaes Bezerra, Claudia; de Souza Minayo, Maria Cecilia; Constantino, Patricia

    2013-01-01

    ... da propria logica dessas profissionais, como e o quanto esse problema traz consequencias para sua vida laboral e familiar. Segundo documento da Organizacao Mundial de Saude (10), o trabalho em determinadas atividades policiais esta vinculado a fatores causadores de estresse como o trabalho monotono que exige concentracao constante, em turno...

  12. Cyberbullying em adolescentes brasileiros

    OpenAIRE

    Wendt, Guilherme Welter

    2012-01-01

    O cyberbullying é entendido como uma forma de comportamento agressivo que ocorre através dos meios eletrônicos de interação (computadores, celulares, sites de relacionamento virtual), sendo realizado de maneira intencional por uma pessoa ou grupo contra alguém em situação desigual de poder e, ainda, com dificuldade em se defender. Os estudos disponíveis até o presente momento destacam que o cyberbullying é um fator de risco para o desenvolvimento de sintomas de ansiedade, depressão, ideação s...

  13. Hipercolesterolemia em jovens adolescentes

    OpenAIRE

    Ribeiro, Rosa Adelaide Tavares

    2011-01-01

    Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas. O colesterol encontra-se em todas as células do organismo humano. Se, por um lado, é vital, por exemplo, para a construção de novas células, por outro, pode acumular-se no nosso organismo, levando à deposição de gordura na parede das artérias. Encontra-se bem fundamentada a relação entre o aumento drástico de mortes por doença cardiovascular, nos países d...

  14. Auto-regulação da aprendizagem em crianças e adolescentes filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres

    OpenAIRE

    Preto, Micaela; Moreira, Paulo A. S.

    2012-01-01

    A violência doméstica contra mulheres afecta negativamente o desenvolvimento de alguns domínios de auto-regulação. Contudo, pouco se conhece sobre o seu impacto na auto-regulação da aprendizagem. Este estudo avaliou a auto-regulação da aprendizagem em 50 filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres. O grupo de filhos de vítimas apresentou níveis inferiores de rendimento académico. O grupo de filhos de vítimas simultaneamente de violência psicológica e física registou níveis inferi...

  15. Expectativas de discentes acerca da disciplina enfermagem em atenção à saúde da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulce Maria Mafra Oliveira

    2006-01-01

    Full Text Available Com a reforma do curriculo ocorrida no Curso de Enfermagem, a disciplina Enfermagem Materno Infantil foi desmembrada em: Enfermagem em Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente e Enfermagem em Atenção à Saúde da Mulher. Neste estudo objetivou conhecer as expectativas dos discentes de enfermagem acerca da disciplina Enfermagem em Atenção à Saúde da Mulher. Trata-se de um estudo qualitativo exploratório. Tivemos como informantes discentes de enfermagem que iriam cursar a referida disciplina. Utilizamos como instrumento um questionário. Após análise, emergiram cinco categorias e os resultados apontaram que os discentes demonstraram interesse em adquirir conhecimentos, revelando compromisso com a sua formação acadêmica.

  16. Frequência e fatores de risco para síndrome metabólica em mulheres adolescentes e adultas com síndrome dos ovários policísticos Frequency and risk factors for metabolic syndrome in adolescents and adults women with polycystic ovary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiana Cristina Chielli Pedroso

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Comparar a frequência de síndrome metabólica (SMet e dos fatores de risco para esta síndrome em mulheres adultas e adolescentes do sudeste brasileiro com síndrome dos ovários policísticos (SOP. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado com 147 pacientes que apresentavam diagnóstico de SOP e que foram divididas em dois grupos: Adolescência, constituído por 42 adolescentes com 13 a 19 anos e Adultas, composto por 105 mulheres com idade entre 20 e 40 anos. Foram avaliadas características clínicas (índice de massa corporal - IMC, índice de Ferriman, circunferência abdominal - CA e pressão arterial sistêmica, o volume ovariano médio, variáveis laboratoriais (perfil androgênico sérico, lipidograma, glicemia e insulina de jejum e frequência da SMet. Os resultados foram expressos em média±desvio padrão. Utilizou-se regressão logística múltipla tendo como variável resposta a presença de SMet e como variáveis preditoras para SMet os níveis de testosterona total, insulina e IMC. RESULTADOS: A frequência de SMet foi aproximadamente duas vezes maior no grupo de mulheres adultas em relação às adolescentes com SOP (Adolescência: 23,8 versus Adultas: 42,9%, p=0,04. Entre os critérios definidores da SMet, apenas a variável qualitativa da pressão arterial sistêmica ≥130/85 mmHg foi mais frequente nas adultas (p=0,01. O IMC foi preditor independente para SMet em mulheres adolescentes (p=0,03 e adultas (pPURPOSE: To compare the frequency of metabolic syndrome (MetS and the risk factors associated with this syndrome in women from the Brazilian Southeast with polycystic ovary syndrome (POS evaluated during adolescence and adult age. METHODS: This was a cross-sectional study conducted on 147 patients with a diagnosis of POS who were divided into two groups: Adolescents, 42 adolescents aged 13 to 19 years, and Adults, 105 women aged 20 to 40 years. The following factors were evaluated: clinical characteristics (body

  17. The educative practice of professional caregivers at shelters: coping with violence lived by female adolescents La práctica educativa de cuidadores profesionales en refugios para niñas: enfrentando la violencia vivida por mujeres adolescentes A prática educativa de profissionais cuidadores em abrigos: enfrentando a violência vivida por mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Helena Garcia Penna

    2009-12-01

    pelas adolescentes, e discutir a prática educativa como tecnologia de cuidado no enfrentamento da violência. Com base na pesquisa qualitativa, os dados foram produzidos através de entrevistas a cuidadores de abrigo municipal para adolescentes e interpretados à luz da análise de conteúdo. Os resultados evidenciaram estratégias individuais e institucionais para o atendimento das adolescentes. Concluindo, ações educativas são tecnologias de cuidado no processo de ressignificação do valor da vida pelas adolescentes em situação de rua ou abrigadas, considerando a diversidade cultural - uma prática dialógica sistematizada e institucionalizada para o enfrentamento da violência vivida.

  18. Preditores do Comportamento Antissocial em Adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lüdke Nardi

    Full Text Available RESUMO Este estudo investigou preditores do comportamento antissocial em 142 adolescentes em medida socioeducativa de internação (G1 e 691 estudantes de escolas públicas (G2, que responderam a um questionário. Foram observadas diferenças significativas entre os grupos quanto ao comportamento antissocial, violência intra e extrafamiliar, uso de drogas e eventos estressores, com médias mais altas em G1. Dentre as variáveis investigadas, grupo, uso de drogas e eventos estressores, juntamente com a covariável sexo, explicaram 66,5% da variável dependente. Um modelo de path analysis demonstrou que as variáveis sexo e ambiente estressor, computado pelos eventos estressores, qualidade do relacionamento familiar e violência intra e extrafamiliar predizem o uso de drogas e comportamentos antissociais.

  19. Volume uterino em adolescentes avaliado pela ultra-sonografia Uterine volume in teenagers evaluated by ultrasound

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Mauad Filho

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o volume uterino de mulheres entre 10 e 40 anos, verificando-se se o volume uterino de adolescentes é menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos. Procuram-se enfatizar as diferenças entre o volume uterino de adolescentes e mulheres adultas correlacionando-as com a imaturidade do trato genital de adolescentes para a gravidez e o parto. MÉTODOS: estudo transversal, no qual 828 pacientes entre 10 e 40 anos foram divididas em dois grupos e avaliadas por meio da ultra-sonografia transabdominal para aferição do volume uterino. O primeiro grupo (Ad foi formado por 477 (57,7% adolescentes e o segundo grupo (Ma por 351 (42,3% mulheres adultas entre 20 e 40 anos. No grupo Ad, os exames ultra-sonográficos foram realizados por um único observador e no grupo Ma, por um grupo de médicos que seguiram a mesma metodologia utilizada no grupo Ad. Os aparelhos ultra-sonográficos utilizados foram Image Point HX (Hewlett Packard e Hitachi 525, com transdutor convexo multifreqüencial. O cálculo do volume uterino foi obtido pelos diâmetros longitudinal (DL, ântero-posterior (DAP e transverso (DT, multiplicados pela constante 0,45. RESULTADOS: o volume uterino de adolescentes entre 10 e 17 anos foi menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos (p0,05. CONCLUSÃO: o volume uterino de adolescentes com menos de 18 anos ou primíparas é menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos. Entretanto, adolescentes com 18 anos ou mais, ou secundíparas, têm volume uterino similar ao volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos.PURPOSE: to evaluate the uterine volume in women between 10 and 40 years in order to observe if the uterine volume in adolescents is smaller than the uterine volume in women between 20 and 40 years. We intend to emphasize the differences between the uterine volume of adolescents and that of adult women and to correlate with the immaturity of the genital tract of adolescents regarding

  20. Ecos do Romantismo em A casa das sete mulheres

    OpenAIRE

    Daniela Leonhardt

    2014-01-01

    O objeto desta pesquisa ÃÂ o romance A casa das sete mulheres (2002), de Leticia Wierzchowski, que narra a histÃÂria das mulheres da famÃÂlia do General Bento GonÃÂalves, isoladas na Fazenda da Barra a fim de que permanecessem em seguranÃÂa enquanto a RevoluÃÂÃÂo Farroupilha estendia-se por dez anos. Reconhecida internacionalmente, a obra foi publicada em seis outros paÃÂses, entre eles a Alemanha, a GrÃÂcia e a Espanha. Nesse livro, lanÃÂado no inÃÂcio do sÃÂculo XXI, constata-se que as infl...

  1. As mulheres da família: mundos partilhados, mundos em conflito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayara Nascimento Rêgo

    2002-01-01

    Full Text Available O presente trabalho, de cunho etnográfico, toma como foco de análise o cotidiano de uma família multigeracional, sob a perspectiva de mulheres de três gerações diferentes, que habitam o mesmo teto: avó, mãe e neta. As narrativas sobre eventos cotidianos, principalmente os relacionamentos familiares, colhidas no período de dez anos, revelam aspectos da estrutura complexa da comunicação na família em um mundo partilhado, capaz de produzir sentido, mas também de gerar conflitos. A partir de entrevistas semi - estruturadas com a avó, a mãe e a filha adolescente, foram identificadas condições de risco (violência e abuso de álcool no âmbito das relações interpessoais. Pode-se inferir que os papéis não são claramente delimitados, o que se expressa no ciclo de transferência de responsabilidades e no exercício da autoridade. A atmosfera é tensa, a violência, já incorporada ao cotidiano, apresenta-se como ponto culminante dos conflitos, enraizada nos relacionamentos, distorcendo as percepções e dificultando a comunicação. Observam-se estratégias através das quais as mulheres continuam se afirmando como eixo em torno do qual a família estrutura seu cotidiano e seus projetos de vida.

  2. Mulheres adolescentes de classes populares : a experiência de ser mãe

    OpenAIRE

    Bernardes, Nara Maria Guazzelli; Luz,Anna Maria Hecker

    1995-01-01

    Esta pesquisa propõe-se a compreender aspectos da experiência de ser mãe na adolescência, em uma perspectiva psicossocial que busca articular vivências e significações subjetivas com condições de classe social e de gênero. Por meio de uma análise compreensiva de base fenomenológica, foram obtidos e analisados os depoimentos de nove mães adolescentes de classes populares, com idade entre 14 e 19 anos, as quais mantiveram a criança consigo e cuja vivência da maternidade vinha se dando há mais d...

  3. Infecção pelo HIV em adolescentes do sexo feminino: um estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as vulnerabilidades que favoreceram a infecção pelo HIV em adolescentes e jovens do sexo feminino e verificar as dificuldades enfrentadas por essa população após o diagnóstico. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado por meio de entrevistas com mulheres adolescentes e jovens soropositivas em tratamento, com diagnóstico feito na adolescência. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra e os dados obtidos foram analisados através de leitura intensiva, classificação por temas e interpretação na perspectiva hermenêutica-dialética em diálogo com a literatura. RESULTADOS: Foram entrevistadas 23 mulheres cujo diagnóstico ocorreu entre 11 e 19 anos e que, em sua maioria, foram infectadas através do contato sexual, exceto em dois casos (um com via de transmissão sanguínea e outro desconhecida. Evidenciaram-se como situações de vulnerabilidade a descrença na possibilidade de contaminação, a baixa idade da iniciação sexual (menor que a média brasileira, o não uso de preservativo, parceiros promíscuos ou usuários de drogas injetáveis e submissão a situações de violência. Os principais problemas enfrentados após o diagnóstico foram o preconceito, a discriminação, a necessidade de tomar medicamentos diariamente e as preocupações relacionadas ao desejo de ser mãe. CONCLUSÕES: Reduzir a feminização da Aids implica em ampliar e aprofundar o debate em torno da sexualidade e dos dilemas vivenciados por adolescentes a respeito desse assunto, de forma aberta, não preconceituosa e não normatizadora, nas escolas e cenários de convivência de jovens, além de fornecer orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis, com distribuição gratuita e desburocratizada de preservativos.

  4. Gênero, classe e etnia em As mulheres de Tijucopapo

    OpenAIRE

    Silva, Alexsandra Maria Ferreira da

    2010-01-01

    Essa dissertação de mestrado procurou analisar a representação do feminino em As Mulheres de Tijucopapo, de Marilene Felinto. O romance, escrito em 1982, aponta para o questionamento de uma ideologia hegemônica nas três identidades sociais: a de gênero, a étnico-racial e a de classe. A hipótese é que considerando-se a coexistência de múltiplas identidades – de classe, de gênero e étnica - , a identidade da narradora- protagonista, Rísia, se constrói/ destrói/ reconstrói nos processos vivos do...

  5. Comportamento alimentar em mulheres portadoras de diabetes tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Siqueira Péres

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer os pensamentos, sentimentos e comportamentos em relação à dieta de mulheres portadoras de diabetes tipo 2. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo exploratório, de natureza qualitativa. Foram entrevistadas oito mulheres portadoras de diabetes tipo 2 em uma Unidade Básica de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP, em janeiro de 2003. Foi utilizada entrevista semi-estruturada para a coleta dos dados. O referencial teórico adotado foi a teoria das representações sociais. Os registros audiogravados e transcritos foram submetidos à análise temática de conteúdo. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram dificuldade no seguimento da dieta prescrita, em função dos diversos significados associados, tais como a perda do prazer de comer e beber, da autonomia e da liberdade para se alimentar. Assim, seguir a dieta adquire caráter extremamente aversivo e cerceador, tendo representação de que realizá-la traz prejuízos à saúde. A freqüente ausência de sintomas foi citada como um dos aspectos que dificultam o seguimento da dieta. Outra dificuldade foi tocar, olhar e manipular os alimentos durante o seu preparo e não poder ingeri-los. Os alimentos doces despontaram como algo extremamente desejado. Transgressão e desejo alimentar estão igualmente presentes na vida das pessoas entrevistadas. Seguir o padrão dietético recomendado elicia tristeza, e o ato de comer, muitas vezes, vem acompanhado de medo, culpa e revolta. CONCLUSÕES: O comportamento alimentar da mulher portadora de diabetes tipo 2 é bastante complexo e precisa ser compreendido à luz dos aspectos psicológicos, biológicos, sociais, culturais, psicológicos e econômicos para maior eficácia das intervenções educativas.

  6. Comportamento alimentar em mulheres portadoras de diabetes tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Péres Denise Siqueira

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer os pensamentos, sentimentos e comportamentos em relação à dieta de mulheres portadoras de diabetes tipo 2. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo exploratório, de natureza qualitativa. Foram entrevistadas oito mulheres portadoras de diabetes tipo 2 em uma Unidade Básica de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP, em janeiro de 2003. Foi utilizada entrevista semi-estruturada para a coleta dos dados. O referencial teórico adotado foi a teoria das representações sociais. Os registros audiogravados e transcritos foram submetidos à análise temática de conteúdo. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram dificuldade no seguimento da dieta prescrita, em função dos diversos significados associados, tais como a perda do prazer de comer e beber, da autonomia e da liberdade para se alimentar. Assim, seguir a dieta adquire caráter extremamente aversivo e cerceador, tendo representação de que realizá-la traz prejuízos à saúde. A freqüente ausência de sintomas foi citada como um dos aspectos que dificultam o seguimento da dieta. Outra dificuldade foi tocar, olhar e manipular os alimentos durante o seu preparo e não poder ingeri-los. Os alimentos doces despontaram como algo extremamente desejado. Transgressão e desejo alimentar estão igualmente presentes na vida das pessoas entrevistadas. Seguir o padrão dietético recomendado elicia tristeza, e o ato de comer, muitas vezes, vem acompanhado de medo, culpa e revolta. CONCLUSÕES: O comportamento alimentar da mulher portadora de diabetes tipo 2 é bastante complexo e precisa ser compreendido à luz dos aspectos psicológicos, biológicos, sociais, culturais, psicológicos e econômicos para maior eficácia das intervenções educativas.

  7. Anormalidades na coluna lombar em atletas adolescentes do remo

    OpenAIRE

    Maurer,Marvin Nessi

    2009-01-01

    OBJETIVO: o objetivo deste estudo foi avaliar por ressonância magnética [1] a coluna lombar de atletas adolescentes assintomáticos praticantes de remo. MATERIAL E MÉTODOS: estudo transversal que avaliou 44 indivíduos adolescentes assintomáticos do sexo masculino distribuídos igualmente em dois grupos, 22 remadores e 22 controles. Foi obtido consentimento informado de todos os participantes e de seus responsáveis legais. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. To...

  8. Auto-regulação da aprendizagem em crianças e adolescentes filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres Self-regulation of learning in children and adolescents whose mothers were victims of domestic violence

    OpenAIRE

    Micaela Preto; Moreira, Paulo A. S.

    2012-01-01

    A violência doméstica contra mulheres afecta negativamente o desenvolvimento de alguns domínios de auto-regulação. Contudo, pouco se conhece sobre o seu impacto na auto-regulação da aprendizagem. Este estudo avaliou a auto-regulação da aprendizagem em 50 filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres. O grupo de filhos de vítimas apresentou níveis inferiores de rendimento académico. O grupo de filhos de vítimas simultaneamente de violência psicológica e física registou níveis inferi...

  9. Perfil clínico-epidemiológico de crianças e adolescentes do sexo feminino vítimas de violência atendidas em um Serviço de Apoio à Mulher, Recife, Pernambuco Epidemiologic clinical profile of female children and adolescents victims of violence assisted in a Women's Support Service, Recife, Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Laura Mota Gomes

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever o perfil clínico-epidemiológico de crianças e adolescentes um serviço determinando características biológicas e sócio-demográficas, tipos de violência, formas de intimidação, lesões, existência de gravidez e perfil dos agressores. MÉTODOS: estudo tipo corte transversal, de 170 prontuários das vítimas de violência de 0 a 19 anos atendidas no Serviço de Apoio à Mulher do Hospital Agamenom Magalhães em Recife, Pernambuco, de junho de 2001 a dezembro de 2002. RESULTADOS: a mediana de idade foi 16 anos. A maioria era parda e solteira. Cento e treze não concluíram o ensino fundamental e a renda familiar foi de até um salário mínimo (31,2%. A agressão sexual representou 64,7%, a principal região lesada foi a genital. Equimoses/hematomas corresponderam a 23,8% das lesões. Dezessete vítimas estavam grávidas à época da agressão. 31,7% dos agressores eram desconhecidos e utilizaram a força física (79,8% como a principal forma de intimidação. Idade, renda e grau de escolaridade da maioria deles eram desconhecidos. Os agressores demonstravam sinais de consumo de álcool no momento da violência (34,2%. CONCLUSÕES: as vítimas eram pardas, de baixa escolaridade e baixo nível socioeconômico. Muitas sofreram lesões genitais. Seus agressores eram desconhecidos, utilizando força física para intimidação.OBJECTIVES: to describe the epidemiological and clinical profile of female children and adolescents establishing victims'biological and socio-demographic characteristics, types of violence and intimidation, inflicted wounds and aggressor's profile. METHODS: a cross sectional study based on data from records of 170 patients assisted at the Women Support Service of Agamenon Magalhães Hospital, Recife, Pernambuco, from June 2001 to December, 2002. RESULTS: the median age was 16 years old. The majority of the victims were mulattoes (65.3% and single (95.9%. One hundred and thirteen subjects did not

  10. Ser adolescente e ser pai/mãe: gravidez adolescente em uma amostra brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eva Diniz Bensaja dei Schiro

    2013-09-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo investigar as características associadas à gravidez adolescente em uma amostra de adolescentes brasileiros de ambos os sexos. Estudo transversal (N = 226 com 64,2% dos participantes do sexo feminino. A média de idade dos participantes foi 18,86 anos (DP = 1,35. Os participantes responderam a um questionário que investigava aspetos como: (1 vida sexual; (2 sentimentos com relação à gravidez; (3 relações com escola; (4 trabalho; e (5 família. Não foram encontradas diferenças de sexo para idade de início da vida sexual nem para o número de gravidezes relatadas. Constatou-se, no entanto, que a gravidez gerou mais sentimentos de vergonha nas meninas (p < 0,01 e indicação de necessidade de buscar trabalho para os meninos (p < 0,001. Os meninos revelaram maior número de repetições de ano e de expulsões da escola em relação às meninas (p < 0,05. Esses resultados sugerem que gravidez adolescente toma diferentes significados para os adolescentes, em função do seu sexo.

  11. Aprendiz versus trabalhador: adolescentes em processo de aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayte Raya Amazarray

    Full Text Available Este estudo objetivou conhecer a experiência de adolescentes em processo de inserção laboral. Participaram 10 adolescentes, de ambos os sexos, com idades entre 15 e 16 anos, em contrato de aprendizagem em empresa pública. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, com aplicação de questionário biosociodemográfico e grupos focais. Criaram-se quatro categorias temáticas: ser adolescente, aprendiz versus trabalhador, significado do trabalho e futuro profissional. Constatou-se indiferenciação entre os papéis de trabalhador e aprendiz. A experiência de aprendizagem foi percebida como situação privilegiada para a formação profissional. Expectativas acerca do futuro laboral revelaram insegurança e desinformação quanto ao mercado de trabalho. Evidenciou-se a importância da experiência para a construção da identidade de trabalhador e da realização de programas de acompanhamento junto a adolescentes aprendizes.

  12. Cyberbullying e Esquemas Iniciais Desadaptativos em Adolescentes Brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Louise Mallmann

    2017-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo investigar o cyberbullying em adolescentes brasileiros e sua relação com os Esquemas Iniciais Desadaptativos (EIDs. Participaram 273 estudantes brasileiros, que responderam ao Revised Cyberbullying Inventory e ao Questionário de Esquemas de Young para Adolescentes, adaptado à realidade brasileira. Os resultados apontaram que os adolescentes envolvidos em cyberbullying como vítimas e vítimas-agressores apresentaram escores significativamente mais elevados na maioria dos eids do que os não-envolvidos. Vítimas e vítimas-agressores tiveram maiores escores que não-envolvidos nos esquemas de Abandono, Grandiosidade e Autocontrole Insuficiente. Vítimas indicaram escores mais altos do que não-envolvidos em Autossacrifício e Defeito, e maiores escores que agressores no esquema de Defeito. Vítimas-agressores apresentaram escores mais altos do que não-envolvidos nos esquemas de Desconfiança, Busca de Aprovação, Negativismo e Padrões Inflexíveis. Discute-se a maior frequência de cyberbullying entre meninas, e os EIDs como fatores que tornam adolescentes mais vulneráveis à cyber vitimização ou cyber agressão.

  13. FACE DA MORTE: A LEI EM CONFLITO COM O ADOLESCENTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Jimenez

    2015-08-01

    Full Text Available O artigo traça um breve panorama histórico de como a lei tem abordado a temática da infância e adolescência no Brasil desde o Código de Menores ao Estatuto da Criança e do Adolescente, priorizando o adolescente em conflito com a lei. A partir do Mapeamento Nacional de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e do Índice de Homicídios na Adolescência, relaciona o perfil dos adolescentes brasileiros integrantes do sistema socioeducativo em meio aberto com aquele dos adolescentes vítimas de homicídio: são do sexo masculino, pobres, de baixa escolaridade, vivendo nas regiões metropolitanas dos grandes centros urbanos, embora nos últimos anos tenha se observado um processo de interiorização das mortes violentas. Partindo das compreensões de disciplina e biopoder, conforme postuladas por Michel Foucault, busca promover reflexões acerca da incidência das medidas socioeducativas sobre um determinado grupo, justamente aquele que diariamente engrossa as estatísticas de mortalidade decorrente de causas violentas.

  14. Autonomia, gênero e gravidez na adolescência: uma análise comparativa da experiência de adolescentes e mulheres jovens provenientes de camadas médias e populares em Belo Horizonte Autonomía, género y embarazo en la adolescencia: un análisis comparativo de la experiencia de adolescentes y mujeres jóvenes provenientes de capas medias y populares en Belo Horizonte Self-sufficiency, gender and pregnancy during adolescence: a comparative analysis of the experience of adolescents and young women from middle class and popular strata of the city of Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Sampaio Chacham

    2012-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, investiga-se como desigualdades de classe e de gênero atuam no sentido de reduzir o grau de autonomia de adolescentes (15 a 19 anos e mulheres jovens (20 a 24 anos, influenciando seu comportamento sexual e reprodutivo, especificamente na experiência da gravidez na adolescência. Na análise foram utilizados dados provenientes de dois inquéritos, cuja amostra total foi de 648 jovens do sexo feminino entre 15 e 24 anos de idade, 292 residentes em bairros de classe média e 356 em favelas situados na região centro-sul da cidade de Belo Horizonte, Brasil. Nos resultados, encontrou-se uma prevalência bruta de 27,3% de gravidez até os 19 anos entre as jovens residentes em favelas e de 1,7% entre as moradoras em bairros da região centro-sul de Belo Horizonte. Os dados apontam para uma relação direta entre a gravidez na adolescência com o controle e a violência por parte do parceiro. Entre aquelas residentes em favelas, 48% das que declararam ter sofrido violência física por parte de um parceiro e 58% das que declararam ter sofrido violência sexual haviam engravidado ao menos uma vez antes dos 19 anos. A associação da violência de gênero com a gravidez na adolescência se manteve presente mesmo quando controlada por classe social, ainda que seu peso fosse muito mais pronunciado entre as jovens de baixa renda. Esses resultados reforçam a importância de se aprofundar a compreensão acerca do impacto das desigualdades de classe e gênero no comportamento sexual e reprodutivo de adolescentes e mulheres jovens.En este trabajo se investiga cómo desigualdades de clase y género actúan en el sentido de reducir el grado de autonomía de adolescentes (15 a 19 años y mujeres jóvenes (20 a 24 años, influyendo sobre su comportamiento sexual y reproductivo, específicamente en la experiencia del embarazo en la adolescencia. En el análisis se utilizaron datos provenientes de dos investigaciones, con una muestra total de 648 j

  15. Hipertensão do avental branco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Fernandes Resende Candido

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prevalência da hipertensão do avental branco em crianças e adolescentes, bem como os fatores de risco para a hipertensão arterial. Métodos: Analisaram-se alguns fatores de risco para a hipertensão arterial e os valores pressóricos com o avaliador utilizando vestimentas brancas e coloridas. Realizou-se o teste t pareado para avaliar os valores pressóricos dos adolescentes medidos utilizando diferentes vestimentas e a odds ratio para associar os fatores de risco e a hipertensão arterial, ambos a 5%. Resultados: Participaram 115 crianças e 115 adolescentes, sendo que 27,90% das neninas e 37% dos meninos apresentaram excesso de peso; os perímetros da cintura e do pescoço estavam aumentados em 13,04 e 33,91% dos avaliados, respectivamente. A hipertensão do avental branco foi identificada em 31,52% dos adolescentes, sendo que todos se apresentaram normotensos quando os valores pressóricos foram avaliados com roupas coloridas. Os fatores de risco associados à hipertensão arterial foram o excesso de peso, a ausência de aferição da pressão arterial e o perímetro do pescoço aumentado. Conclusão: Apenas os adolescentes sofreram interferência das vestimentas brancas e apresentaram a hipertensão do avental branco. Os avaliados apresentaram fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da hipertensão arterial.

  16. A influência da família na vivência da sexualidade de mulheres adolescentes La influencia de la familia en la vivencia de la sexualidad de niñas adolescentes The influence of the family in the experience of sexuality in adolescent girls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Beatriz Ressel

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho consistiu em identificar a influência da família na vivência da sexualidade de mulheres adolescentes. Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva, com abordagem qualitativa cuja coleta de dados deu-se por meio de entrevista semiestruturada. As participantes da pesquisa foram 18 mulheres adolescentes. Aplicou-se a análise temática para a interpretação e a categorização dos dados. Os resultados apontaram para as seguintes categorias: 'sexo sem imprevistos: os pais falam sobre a prevenção'; 'a repressão da sexualidade: entre normas instituídas e acordos invisíveis'; e 'tornar-se mulher: os discursos disciplinadores sob o enfoque de gênero'. Verificou-se a necessidade de vislumbrar a atenção à saúde da mulher adolescente de maneira integral, enfocando os significados sociais e culturais atribuídos à sexualidade. Dessa forma, as atividades desenvolvidas pelos profissionais de saúde com mulheres adolescentes devem envolver a família, instituição promotora da singularização do indivíduo na sociedade.El objetivo de este trabajo consistió en identificar la influencia de la familia en la vivencia de la sexualidad de niñas adolescentes. Se trata de una investigación descriptiva, con abordaje cualitativo, cuya recolección de datos ocurre a través de encuestas seme-estructuradas. Las par ticipantes de la investigación fueron 18 niñas adolescentes. Se realizó un análisis temático para la interpretación y la categorización de los datos. Los resultados apuntaron para las siguientes categorías: "sexo sin imprevistos: los padres hablan sobre la prevención", "la represión de la sexualidad: entre normas instituidas y acuerdos invisibles", y "volverse mujer: los discursos disciplinarios bajo un enfoque de género". Se percibió la necesidad de darle la debida atención a la salud de la niña adolescente de forma integral con enfoque en los significados sociales y culturales atribuidos a la

  17. Como morre uma mulher? : configurações da violência letal contra mulheres em Pernambuco

    OpenAIRE

    Gomes, Ana Paula Portella Ferreira

    2014-01-01

    Esta tese tem como tema os homicídios de mulheres em Pernambuco e seu objetivo foi compreender e analisar as dinâmicas sociais que produzem este tipo de violência. O objeto do estudo foi o conjunto das situações as mulheres são assassinadas, mas, para isso, foi necessário também observar o conjunto das situações de homicídios de homens, para não tomar como específico aquilo que é comum aos dois grupos populacionais. Para isso, realizou-se análise comparativa para identificar as situações nas ...

  18. Depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres em tratamento de câncer de mama

    OpenAIRE

    Santos Júnior, Nilo Coelho

    2011-01-01

    Objetivos: avaliar a prevalência de depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres encaminhadas para atendimento em ambulatório terciário de mastologia, que são acompanhadas durante o diagnóstico e tratamento de câncer de mama. Métodos: estudo observacional de corte transversal, descritivo, analítico e prospectivo, em 25 mulheres em tratamento para câncer de mama, atendidas no ambulatório de mastologia do Hospital Geral de Palmas, Tocantins, no período entre setembro a dezembro de 2009....

  19. Concepção de corpo em Merleau-Ponty e mulheres mastectomizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Freitas Azevedo

    2010-12-01

    Full Text Available O câncer de mama tem sido o responsável pelos maiores índices de mortalidade no mundo, tornando-se uma das grandes preocupações em saúde, no que diz respeito à saúde da mulher. Em relação à terapêutica, embora existam amplas abordagens de intervenções que possibilitam melhores perspectivas de cura, a mastectomia constitui-se como base de tratamento. Artigo de reflexão filosófica, teve como objeto de estudo mulheres que vivenciaram a mastectomia objetivando refletir a concepção de corpo destas mulheres a partir da obra Fenomenologia da Percepção de Merleau-Ponty e de autores que trabalham com a temática referente à mulher mastectomizada.

  20. Epidemiologia da alergia ocular e comorbidades em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Geraldini

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: A prevalência de conjuntivite alérgica (CA não foi estabelecida. Estimativas sugerem que alergias oculares afetam de 15 a 20% da população mundial, ainda que a maioria dos estudos epidemiológicos abranjam sintomas de alergia nasal e ocular e não sejam específicos a respeito da CA. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de sintomas, comorbidades e o impacto da alergia ocular em adolescentes. MÉTODOS: Os adolescentes foram selecionados de uma amostra de escolas e preencheram, em sala de aula, um questionário previamente validado sobre os sintomas da CA. O seu diagnóstico foi considerado quando mais de três episódios de prurido ocular foram relatados nos últimos 12 meses. Sintomas relacionados, como lacrimejamento, fotofobia, sensação de corpo estranho, impacto sobre as atividades diárias e diagnóstico de conjuntivite alérgica, foram analisados. RESULTADOS: Foram obtidos questionários de 3.120 adolescentes (média de 13,3±1,1 ano. Nos últimos 12 meses, 1.592 (51% adolescentes tiveram prurido ocular. O sintoma relacionado mais frequente foi lacrimejamento (74%, seguido de fotofobia (50,1% e sensação de corpo estranho (37,1%. A prevalência de conjuntivite alérgica foi de 20,7%, afetando mais pessoas do sexo feminino do que do masculino (56,1% em comparação a 45,9%; p = 0,01. O risco de um adolescente com alergia ocular apresentar asma, rinite e eczema atópico foi (RC = 5,7; IC de 95%: 4,5 a 7,1; (RC = 3,6; IC de 95%: 3,0 a 4,3 e (RC = 2,6; IC de 95%: 2,0 a 3,5, respectivamente. Uma interferência grave nas atividades diárias foi relatada por 30,5%. CONCLUSÕES: Sintomas de alergia ocular são comuns, frequentemente relacionados a outras doenças alérgicas, e causam impacto sobre as atividades diárias de adolescentes.

  1. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  2. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (p<0,05. Os adolescentes com maior grau de obesidade apresentaram maiores frequências de alterações para glicemia, HOMA-IR, triglicérides, HDL e pressão arterial (p<0,05. O modelo logístico mostrou associações entre o grau de obesidade e as variáveis: HDL (OR=5,43, PA (OR=4,29, TG (OR=3,12. O escore de risco demonstrou que 57,7% dos adolescentes com maiores graus de obesidade tinham duas ou mais alterações metabólicas para 16,7% do outro grupo (p<0,001. CONCLUSÃO: O grau da obesidade influenciou no aparecimento de alterações que compõem a síndrome metabólica, aumentando o risco cardiovascular.

  3. Imagem corporal e vivências sexuais em mulheres com cancro da mama

    OpenAIRE

    Água-Doce, Débora Vilhena

    2009-01-01

    Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário Este trabalho teve como objectivo o estudo da imagem corporal e das vivências sexuais, em mulheres com cancro da mama. A amostra foi constituída por vinte mulheres com cancro da mama, submetidas a uma cirurgia (mastectomia ou cirurgia conservadora). Todas as participantes eram casadas ou viviam em união de facto. A metodologia utilizada foi: um questionário sócio-demógrafico, a Escala de Ajustamento Con...

  4. Barreiras à pratica de atividades físicas em adolescentes da cidade de Pelotas

    OpenAIRE

    Copetti, Jaqueline

    2009-01-01

    Objetivo: Verificar a prevalência de barreiras à prática de atividades físicas no período de lazer em adolescentes residentes na área urbana da cidade de Pelotas/ RS, bem como sua associação com sedentarismo no lazer. Métodos: Um estudo transversal de base populacional incluindo 399 adolescentes de 10 a 19 anos foi conduzido em Pelotas, RS, em 2007/2008. Uma amostra representativa dos domicílios foi selecionada em múltiplos estágios. Adolescentes foram classificados como sed...

  5. O corpo da mulher contemporânea em revista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Moura Nascimento

    2012-08-01

    Full Text Available O corpo emergiu como "o mais belo objeto" na contemporaneidade, sob a regência do capitalismo. A sociedade de consumo, do espetáculo, do narcisismo são expressões da cultura contemporânea, que através da mídia influencia os hábitos de consumo e principalmente a subjetividade feminina. O corpo feminino é mostrado frequentemente na televisão e nas revistas femininas, como expressão do corpo-beleza. Para atingir os objetivos propostos neste artigo, que são investigar a influência da mídia na subjetividade feminina e investigar o lugar cultural criado à mulher e a seu corpo na contemporaneidade, foi utilizado o "método investigativo" da psicanálise. Uma revista feminina brasileira e uma propaganda (desta revista de um produto de uso exclusivo das mulheres foram escolhidas como objeto. Na análise, encontrou-se uma forte relação entre mercado consumidor, mulher, e consumo de si, o que demonstrou que o lugar criado à mulher é realmente a mídia, a publicidade e o mercado consumidor.

  6. Enxaqueca e Estresse em Mulheres no Contexto da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Leonetti Correia

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo verificar a associação entre enxaqueca e estresse em mulheres, assim como examinar o melhor modelo de predição da enxaqueca, considerando variáveis pessoais e do contexto ambiental. A enxaqueca foi identificada pelo Teste de Cefaleia em 75 mulheres sem antecedentes psiquiátricos. O estresse foi avaliado por meio do Inventário de Sintomas de Stress para adultos. Paralelamente, foram avaliados: eventos vitais, nível socioeconômico e características da amostra. Verificou-se que 55% das mulheres apresentaram enxaqueca e 59% sintomas de estresse. O modelo de predição identificou que o estresse foi o único preditor da enxaqueca em mulheres. Os achados mostram associação entre enxaqueca e estresse, a qual precisa ser levada em conta na assistência à saúde da mulher.

  7. Alocação de tempo em trabalho pelas mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian dos Santos Queiroz

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Este artigo investiga a alocação de horas de trabalho pelas mulheres brasileiras usando dados da PNAD de 2011. Para tanto, são utilizadas duas estratégias empíricas: modelos heckit e double hurdle, que permitem a estimação conjunta da participação da mulher na força de trabalho e quantidade de horas de trabalho. Os principais resultados indicam que o ciclo de vida, como casamento, maternidade e construção da família reduzem a oferta de trabalho das mulheres. Entretanto, a educação, condição de chefe de família e acesso a creches colaboram para aumentar a inserção feminina no mercado de trabalho. Já a renda do esposo apresenta efeito negativo sobre a decisão de trabalho da mulher. Portanto, para estimular a entrada das mulheres no mercado de trabalho, as políticas públicas devem ser formuladas visando aumentar o investimento em educação da mulher e ampliar a oferta de creches como forma de dar suporte ao cuidado das crianças na primeira infância.

  8. Relações de gênero e iniciação sexual de mulheres adolescentes Relaciones de genero e iniciación sexual de mujeres adolescentes Gender relations and sexual initiation among adolescent women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza Vilela Borges

    2007-12-01

    Full Text Available Trata-se de estudo transversal conduzido com 222 adolescentes mulheres, entre 15 e 19 anos de idade, moradoras da área de uma unidade de saúde da família na zona leste da cidade de São Paulo, cujo objetivo foi descrever as motivações para iniciar ou não a vida sexual e os fatores associados a tal evento. As adolescentes que já haviam iniciado a vida sexual eram mais velhas, não coabitavam com os pais, estavam ausentes do sistema educacional, habitavam domicílios ocupados e namoravam em maior proporção do que as sem experiência sexual. Observou-se também que, na opinião das entrevistadas, a iniciação sexual, independente do matrimônio, pareceu ser aceita, mas foi largamente relatado o desejo da existência de vínculo afetivo-amoroso com o parceiro da primeira prática sexual, reforçando que o tradicional papel atribuído à sexualidade feminina, pelas relações de gênero, ainda forma a base do comportamento sexual dessas garotas.Se trata de un estudio transversal conducido con 222 adolescentes mujeres, entre 15 e 19 años de edad, moradoras del área de una unidad de salud de la familia en la zona leste de la ciudad de São Paulo, cuyo objetivo fue describir las motivaciones para iniciar o no la vida sexual y los factores asociados a tal evento. Las adolescentes que ya habían iniciado la vida sexual eran mayores, no cohabitaban con los padres, estaban ausentes del sistema educacional, habitaban domicilios ocupados y enamoraban en mayor proporción de lo que las sin experiencia sexual. Se observó también que, en la opinión de las entrevistadas, la iniciación sexual, independiente del matrimonio, pareció ser acepta, pero fue largamente relatado el deseo de la existencia del vínculo afectivo-amoroso con la pareja de la primera práctica sexual, reforzando que el tradicional papel atribuido a la sexualidad femenina, por las relaciones de genero, aún forma la base del comportamiento sexual de esas chicas.This is a cross

  9. Dor lombar em mulheres sedentárias e praticantes de musculação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Benvenutti

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: identificar a presença de dor lombar em mulheres sedentárias e praticantes de musculação. Método: utilizou-se o questionário de Oswestry, para avaliação da dor lombar. Participaram vinte mulheres com faixa etária entre 50 e 60 anos, divididas em dois grupos. Resultados: Observou-se que as dores na região lombar acabam limitando parte das mulheres, na sua maioria sedentárias, até mesmo de ter uma vida sexual e social normal, além de limitá-las de locomover-se por longas distâncias ou ficar sentadas por um grande período de tempo. O grupo ativo mostrou sentir menor percentual de dor, ao realizar atividade do cotidiano. Considerações finais: no presente estudo, recomenda que a prática da musculação seja algo rotineiro na vida das mulheres, não apenas na faixa etária estudada, mas principalmente que, desde jovem, a mulher exercite-se com cargas, prevenindo um climatério com dores e desconfortos.

  10. Auto-regulação da aprendizagem em crianças e adolescentes filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres Self-regulation of learning in children and adolescents whose mothers were victims of domestic violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micaela Preto

    2012-01-01

    Full Text Available A violência doméstica contra mulheres afecta negativamente o desenvolvimento de alguns domínios de auto-regulação. Contudo, pouco se conhece sobre o seu impacto na auto-regulação da aprendizagem. Este estudo avaliou a auto-regulação da aprendizagem em 50 filhos de vítimas de violência doméstica contra mulheres. O grupo de filhos de vítimas apresentou níveis inferiores de rendimento académico. O grupo de filhos de vítimas simultaneamente de violência psicológica e física registou níveis inferiores nas dimensões de Avaliação e Execução de auto-regulação da aprendizagem. Estes resultados suportam as evidências de que a exposição à violência doméstica afecta negativamente o desenvolvimento da auto-regulação. Para além disso, sugerem que a exposição a violência familiar afecta negativamente também algumas dimensões da auto-regulação da aprendizagem.Domestic violence against women has a negative impact on several domains of self-regulation. However, very little is known about its impact on self-regulated learning. This study evaluated self-regulation of learning in children and adolescents exposed to domestic violence. Fifty children and adolescents, whose mothers were victims of domestic violence and 50 whose mothers were not, participated in the study. The group of children and adolescents whose mothers were victims of intimate partner violence registered lower academic performance and the group exposed simultaneously to psychological and physical violence registered lower scores on the self-regulation dimensions of evaluation and execution. The results support the evidence that exposure to domestic violence has a negative impact on self-regulation. Also, they suggest that exposure to domestic violence has a negative impact in some dimensions of self-regulated learning.

  11. Carie dentaria e necessidades de tratamento em adolescentes paulistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Luz Rosario de Sousa

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de cárie dentária e necessidades de tratamento em crianças de 12 anos e adolescentes. MÉTODOS: Estudo transversal com base nos resultados dos levantamentos epidemiológicos Condições de Saúde Bucal no Estado de São Paulo em 2002 e Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SBBrasil 2010. Foram analisados os dados secundários de 5.782 crianças (2002 de 12 anos e outras 369 (2010; e para a faixa de 15 a 19 anos foram analisados 880 jovens (2002 e 300 jovens em 2010. A experiência de cárie foi avaliada pelo índice CPOD (dentes cariados, perdidos e obturados e foram verificadas as necessidades de tratamento odontológico segundo os critérios propostos pela Organização Mundial da Saúde. O índice Significant Caries Index foi empregado para medir a severidade da cárie no terço do grupo que apresentou maior prevalência da doença. Para a análise dos resultados utilizaram-se os testes de Qui-quadrado e Mann-Whitney, com nível de 5% de significância. RESULTADOS: Houve diminuição de 39,3 pontos percentuais no índice CPOD aos 12 anos (p < 0,001 e de 41,1 pontos percentuais nos adolescentes (p < 0,001 entre 2002 e 2010, e aumento de aproximadamente 161,0 pontos percentuais e 303,0 pontos percentuais no grupo livres de cárie, respectivamente. A porcentagem de dentes restaurados diminuiu nos dois grupos etários, mas a prevalência de dentes cariados não se alterou para o grupo de alta experiência de cárie. No grupo de baixa experiência de cárie ocorreu diminuição do componente perdido para os adolescentes e aumento do componente cariado aos 12 anos e adolescentes. Houve aumento da necessidade de tratamento endodôntico no grupo total e no de alta experiência de cárie aos 12 anos; e entre os adolescentes a necessidade de restauração de duas ou mais faces diminuiu no grupo todo e também no de baixa experiência. CONCLUSÕES: A diminuição da necessidade de tratamento de baixa complexidade entre

  12. Mulheres em cooperativas rurais virtuais: reflexões sobre gênero e subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    Full Text Available Este artigo busca apresentar uma reflexão sobre gênero e subjetividade, a partir da participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais localizadas em municípios da região sul de Santa Catarina. Conforme define a literatura estudada, tal modelo de cooperativa se diferencia do modelo tradicional, pois, entre outros aspectos, não possui sede fixa, reúne um grupo de 20 a 30 agricultores e movimenta uma grande variedade de produtos em pequenas quantidades. Trata-se de uma análise ampliada com base em dados coletados em pesquisa desenvolvida no período de 2011-2012 (PIBIC-UNESC/CNPq. A pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos por meio da entrevista semiestruturada. Foram entrevistadas dez mulheres, com idades entre 36 e 54 anos, participantes de três cooperativas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas de acordo com procedimentos da análise de conteúdo. Os resultados e discussão apresentam o processo de formação das cooperativas, a participação e os produtos comercializados pelas cooperadas; além de discorrer sobre a participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais, a visibilidade social e o reconhecimento do trabalho feminino. Em grande medida, foi possível verificar que a participação de mulheres em cooperativas possibilitou benefícios não apenas financeiros, pela comercialização da produção, mas também reconhecimento social e subjetivo.

  13. Prevalência de obesidade e fatores associados em mulheres idosas

    OpenAIRE

    Marques, Ana Paula de O.; Arruda, Ilma Kruze G. de; Espírito Santo, Antônio C.G. do; Raposo,Maria Cristina F.; Guerra, Mariana Diniz; Sales, Tiago Felipe

    2005-01-01

    OBJETIVO: Analisar a prevalência de obesidade em mulheres idosas e sua associação com variáveis sócio-demográficas, bioquímicas e hipertensão arterial. MATERIAL E MÉTODOS: Mediante estudo de corte seccional, 188 pacientes ambulatoriais, mulheres, com idade entre 60 e 89 anos foram avaliadas, sendo a obesidade definida a partir do IMC > 30Kg/m2 (WHO, 1998). As variáveis investigadas foram idade, escolaridade, situação conjugal, glicemia de jejum, colesterol total, lipoproteínas de alta e baixa...

  14. A vida enquanto figura e o envelhecimento enquanto fundo desejo, erotismo e sexualidade em mulheres maduras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirela Berger

    2012-12-01

    Full Text Available O artigo é parte de minha pesquisa de pós-doutorado sobre sexualidade em mulheres idosas. O objetivo central é pensar o seguinte nó teórico: por um lado, a sexualidade tem sido alardeada como fundamental para um bom envelhecimento, por outro, torna-se um discurso normativo que associa “velhice saudável” com sexualidade, o que, além de criar a imagem de uma “idosa ideal” – aquela que tem vida sexual ativa – responsabiliza e culpabiliza as mulheres que não aderem a este modelo.

  15. CEP em Selfie: abordando sexting com adolescentes como forma de exposição virtual da sexualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo das Neves Leal

    2017-06-01

    Full Text Available Este artigo objetiva relatar e refletir sobre intervenções feitas pelo Centro de Estudos Psicológicos (CEP-RUA da Universidade Federal do Rio Grande (FURG acerca do compartilhamento de fotos com conteúdo sexual – sexting – entre adolescentes, a fim de colaborar com o desenvolvimento saudável desse público. Foram realizadas três intervenções no município entre os anos de 2014 e 2015, a primeira numa escola privada com cerca de 100 estudantes que estavam entre o 7º ano do Ensino Fundamental e o 3º ano do Ensino Médio, a segunda na zona rural da cidade com 25 participantes sendo eles adolescentes e responsáveis atendidos pela a equipe do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS da área, a terceira foi feita com 120 adolescentes participantes de um projeto social. Para abordar a temática usou-se dinâmicas grupais, contextualizando a necessidade humana de se autorretratar, a exposição da sexualidade durante diferentes contextos históricos e com diferentes ferramentas, da arte à utilização de dispositivos eletrônicos como celulares, câmeras digitais e computadores. Além disso fez-se a apresentação dos dispositivos legais para proteção e acolhimento da vítima em casos de exposição indevida da imagem, principalmente disposições do Estatuto da Criança e do Adolescentes sobre direito a imagem e punição em caso do denunciado ter também até 18 anos incompletos. As intervenções revelaram que a maioria dos adolescentes já tinham conhecimentos prévios sobre o assunto, embora desconhecem-se o termo sexting, também predominou a culpabilização das vítimas quando se tratava de mulheres expostas. Afirmou-se a necessidade de investir na abordagem multidisciplinar da educação para sexualidade com intuito de desmistificar e desconstruir alguns tabus sobre o tema.      

  16. ALTERAÇÕES CERVICAIS EM MULHERES DISFÔNICAS

    OpenAIRE

    Menoncin, Laiza Carine Maia

    2009-01-01

    Este estudo correlaciona alterações vocais e cervicais, distúrbios esses que ao comprometerem o trato vocal e a região musculoesquelética cervical podem provocar encurtamentos musculares, dor e fadiga na região cervical e cintura escapular. A fadiga vocal pode ser vista como a perda de equilíbrio funcional com sinais de hiper ou hipofunção tanto na esfera física como na mental. O presente estudo elegeu mulheres portadoras de distúrbios de voz e com queixa constante de algia cervical. As dimen...

  17. Estresse psicológico e enfrentamento em mulheres com e sem câncer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Maria Bueno Neme

    Full Text Available Considerando o alto índice de mortes de mulheres por cânceres de mama, útero e ovários e resultados de pesquisas indicando relações entre estresse, enfrentamento e doenças como as oncológicas, este estudo investigou, em 30 mulheres com e 30 mulheres sem câncer, a ocorrência de estresse em suas histórias prévias, a importância atribuída ao mesmo e a avaliação de sua superação, nas áreas de saúde, social/trabalho e familiar. Os resultados indicaram relações entre os modos de avaliar e enfrentar o estresse e o adoecimento, sugerindo que padrões mais otimistas e diretos de lidar com o estresse favoreceram a redução de seu impacto no equilíbrio psicofisiológico. Dada a exposição crescente da mulher ao estresse, indica-se a relevância de programas psicoeducativos redutores de seu impacto na população feminina.

  18. Avaliacao da seguranca de diferentes doses de suplementos de acido folico em mulheres do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar a distribuição da ingestão de ácido fólico e a segurança de diferentes doses de suplementos em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS Foram utilizados dados de consumo a partir de dois dias não consecutivos de registro alimentar de 6.837 mulheres em idade reprodutiva (19 a 40 anos participantes do Inquérito Nacional de Alimentação, módulo da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009. Médias e percentis de consumo habitual de folato natural e ácido fólico foram estimados utilizando o método do National Cancer Institute . Cinco cenários foram simulados somando-se diferentes doses diárias de fortificação (400 mcg, 500 mcg, 600 mcg, 700 mcg e 800 mcg ao ácido fólico oriundo dos alimentos consumidos pelas mulheres. Comparou-se o total de ácido fólico (dieta + suplemento com o nível máximo de ingestão tolerável (UL = 1.000 mcg para definir a dose segura de suplementação. RESULTADOS Mulheres com ingestão habitual de ácido fólico acima do nível máximo de ingestão tolerável foram observadas para doses de suplemento de 800 mcg (7,0% das mulheres. Abaixo desse valor, qualquer dose de suplementação mostrou-se segura. CONCLUSÕES O uso de suplementos de até 700 mcg de ácido fólico mostrou-se seguro.

  19. Idade pulmonar em mulheres com obesidade mórbida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Sobral Peixoto-Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência da obesidade mórbida na idade pulmonar de mulheres e correlacionar com a massa corporal, índice de massa corporal (IMC e variáveis ventilatórias. MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado com 72 obesas mórbidas e grupo controle constituído de mulheres eutróficas. As voluntárias realizaram um teste de função pulmonar para determinação da idade pulmonar e os resultados foram correlacionados com as variáveis antropométricas e volumes pulmonares. RESULTADOS: As obesas mórbidas apresentaram uma idade pulmonar significativamente superior (50,1 ± 6,8 anos às eutróficas (38,8 ± 11,4 anos. Não houve diferença entre a idade cronológica entre os grupos. Houve uma correlação significativa e positiva entre idade cronológica, massa corporal e IMC com a idade pulmonar (r = 0,3647, 0,4182, 0,3743, respectivamente. Houve uma correlação negativa entre a capacidade vital forçada (CVF, volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1, razão (VEF1/CVF e volume de reserva expiratório (VRE com a idade pulmonar (r = -0.7565, -0.8769, -0.2723, -0.2417, respectivamente. CONCLUSÃO: A idade pulmonar das obesas mórbidas encontra-se aumentada e está associada com o aumento da massa corporal e IMC.

  20. Soroprevalência de hepatite A em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Markus,Jandrei R.; Cruz,Cristina R.; Maluf,Eliane M. C. P.; Tahan,Tony T.; Hoffmann,Murilo M.

    2011-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a soroprevalência de hepatite A (VHA) em crianças e adolescentes com idade entre 1 e 14 anos, e identificar fatores associados à infecção prévia. MÉTODO: Estudo epidemiológico transversal, realizado entre fevereiro e agosto de 2006, em Curitiba, Paraná, Brasil, e em sua região metropolitana. A análise laboratorial constituiu-se de pesquisa qualitativa de anticorpos totais para o VHA em amostra de sangue total. RESULTADOS: No estudo, 901 crianças e adolescentes foram incluíd...

  1. Estado nutricional em vitamina A de puérperas adolescentes e adultas assistidas em maternidade pública

    OpenAIRE

    Gurgel, Cristiane Santos Sânzio; OLIVEIRA,Priscila Gomes de; ASSUNÇÃO, Débora Gabriela Fernandes; Dametto, Juliana Fernandes dos Santos; Dimenstein, Roberto

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo Avaliar o estado nutricional em vitamina A de puérperas adolescentes e adultas em relação à ingestão alimentar, retinol no soro e colostro e o suprimento desta vitamina para o recém-nascido. Métodos Estudo transversal, incluindo 136 puérperas, sendo 68 adolescentes e 68 adultas, atendidas em uma maternidade pública. A ingestão dietética de vitamina A foi estimada por um questionário de frequência do consumo alimentar. Foram coletados sangue e colostro em condição de jejum pa...

  2. TENTATIVA DE SUICÍDIO EM MULHERES POR QUEIMADURAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamile de Souza Pacheco

    2010-01-01

    Full Text Available Las quemaduras son lesiones potencialmente graves, pues además de tener altos niveles de morbilidad y mortalidad, pueden acarrear secuelas psicológicas y sociales. El objetivo de este estudio fue identificar los casos de intento de suicidio debido a quemaduras ocurridas en mujeres, en un Centro de Tratamiento de Quemados; describir el perfil social — económico de esas mujeres y evaluar los factores relacionados a la tentativa de suicidio debida a quemaduras en mujeres. El enfoque metodológico de este estudio es de investigación, de tipo cualitativo y prospectivo. Se utilizó como técnica para la recogida de los datos, el cuestionario, así como un plan de entrevista, realizados a cuatro mujeres en el Centro de Tratamiento de Quemados (CTQ del hospital en estudio. El grupo de edad más afectado fue de adolescentes y adultas jóvenes, que no tenían unión estable. Se indicaron como motivos de la tentativa de suicidio la depresión, los conflictos conyugales y el luto. La tentativa de suicidio es un acto que es más cometido por mujeres, porque son consideradas más vulnerables, son más propensas a tomar tal decisión.

  3. Traumatismos raquimedulares penetrantes em adolescentes Traumatismos raquimedulares penetrantes en adolescentes Penetrating spinal cord injuries in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Campos Moraes Amato

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a conduta em uma série de adolescentes com traumatismos raquimedulares penetrantes (TRMp e, confrontando com a literatura, estabelecer a melhor estratégia terapêutica para esses pacientes. MÉTODOS: avaliação retrospectiva de prontuários médicos de dez pacientes, nove do sexo masculino e um do feminino, com TRMp e menores de 18 anos, tratados à nível hospitalar. Analisou-se a anamnese, o exame neurológico e os exames de imagem. A conduta terapêutica variou entre cirurgia ou conservador. RESULTADOS: a média de idade foi de 16 anos (13 a 18 anos. A mediana de hospitalização inicial foi de 11 dias (4 a 180 dias. Quatro pacientes foram submetidos à laminectomia, um ao desbridamento da lesão e os demais a tratamento conservador. Só um paciente, foi submetido à laminectomia, que migrou para Frankel E. Nenhum paciente apresentou infecção da ferida ou instabilidade tardia da coluna vertebral. CONCLUSÃO: as lesões medulares secundárias desempenham pouca importância no resultado neurológico, o que leva à definição clínica do quadro na admissão hospitalar da maioria dos casos. Houve uma nítida predominância de TRMp em adolescentes do sexo masculino. Não ocorreu diferença significativa entre as condutas realizadas em relação ao resultado neurológico, à infecção e instabilidade. O tratamento deve ser individualizado, não negligenciando o tratamento clínico e considerando a cirurgia apenas em casos específicos.OBJETIVO: analizar la conducta en una serie de adolescentes con traumatismos raquimedulares penetrantes (TRMp y confrontar con la literatura, además de establecer la mejor estrategia terapéutica para eses pacientes. MÉTODOS: evaluación retrospectiva de historias clínicas de diez pacientes, nueve masculinos y un femenino de TRMp menores de 18 años, tratados a nivel hospitalar. Se analizó la anamnesis, el examen neurológico y los exámenes de imagen. La conducta terapéutica vari

  4. Bullying e autoestima em adolescentes de escolas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila C. Brito

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: realizar diagnóstico situacional do bullying e autoestima em unidades municipais de ensino, por meio de estimativa da prevalência do bullying, segundo o sexo, faixa etária e situação do ator; identificar o nível de autoestima dos escolares segundo sexo e situação do ator e correlacionar com o envolvimento em situações de bullying. MÉTODOS: estudo transversal, realizado com 237 alunos, do 9º ano do ensino fundamental, em escolas públicas municipais do Programa Saúde na Escola de Olinda (PE. Foi utilizado um questionário dividido em três blocos, um sociodemográfico, outro sobre bullying, validado por Freire, Veiga e Ferreira, e um para avaliar a autoestima, de Rosenberg. RESULTADOS: a prevalência de bullying foi de 67.5%. A população do estudo foi composta por adolescentes do sexo feminino (56,4%, na faixa etária de 15-19 anos (51,3%, de raça/cor preta (69,1%. Grande parte mora com quatro ou mais pessoas (79,7%, em casa própria (83,8% e com cinco ou mais cômodos na residência (79,1%. Presenciar ou sofrer bullying foram às situações mais registradas (59,9% e 48,9%, respectivamente; Quando se associou os papéis de bullying e autoestima em relação ao sexo verificou-se que no grupo de vítimas/agressores e agressores (p = 0,006 e 0,044; respectivamente, o sexo masculino apresentou escores de autoestima superiores estatisticamente significativos em relação aos do sexo feminino. CONCLUSÃO: os achados apontam para um número grande de alunos envolvidos nos diversos papéis do bullying, identificando-se associação entre estas características e o sexo/gênero e autoestima dos envolvidos. Identifica-se a necessidade de estudos adicionais sobre a natureza do evento.

  5. A MULHER NEGRA E A CIDADANIA NEGADA EM JUBIABÁ DE JORGE AMADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Sacramento

    2015-01-01

    Full Text Available  Sandra SacramentoResumoObjetiva-se com o artigo identifi car a mulhernegra retratada em Jubiabá do baiano JorgeAmado e delinear uma origem marcada porsua etnia, somando-se a esta gênero e classe;ao mesmo tempo, identifi car na crítica pósfeministasinais de exaustão de uma série dediscursos redutores, calcados em uma lógica fundante ocidental, que embasam a instituiçãoda diferença reifi cada, uma vez que essaacabou por sobrepor as categorias de sujeitoa varão, equívoco cometido mesmo por feministas, como Simone de Beauvoir quandodefendeu a posição binária e vicária da mulher, centrada em um Outro, que lhe dava sentido.Palavras-chaveMulher negra; escravidão; exclusão; essencialismos;performances. Sandra Sacramento Doutora em Letras Vernáculas pela UFRJ, ProfessoraTitular de Teoria da Literatura na Universidade Estadual de SantaCruz, em Ilhéus (Bahia, coordenadora do Programa de Pós-graduaçãoem Letras: Linguagens e Representações.

  6. Efeito de um programa de condicionamento físico no broncoespasmo induzido pelo exercício em mulheres obesas

    OpenAIRE

    Simone Padilha Cavalcante Matteoni

    2007-01-01

    Encontra-se na literatura diversos estudos sobre broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) em asmáticos, contudo, são escassos os estudos que avaliam o BIE em obesos. O objetivo deste estudo foi avaliar o possível efeito de um programa de condicionamento físico no BIE em mulheres obesas. Trinta e duas mulheres entre 27 a 59 anos foram analisadas. As mulheres foram divididas em três grupos: grupo A (GA), com 18 mulheres com sobrepeso e obesas que participaram do programa de condicionamento f...

  7. Prevenção de doenças sexualmente transmissíveis em mulheres: associação com variáveis sócio-econômicas e demográficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jiménez Ana Luisa

    2001-01-01

    Full Text Available As doenças sexualmente transmissíveis (DST têm sido debatidas no ambiente científico e nos meios de comunicação de massa, em especial, por sua associação a maior risco de infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV. Estudou-se a adoção de comportamentos por mulheres para proteção das DST, tal como a associação destes a variáveis sócio-econômicas e demográficas. Trata-se de estudo descritivo, com dados secundários de pesquisa feita em Campinas, São Paulo, na qual foram entrevistadas 635 mulheres selecionadas mediante a técnica de amostragem "bola de neve". Foram classificadas em: adolescentes e adultas de status sócio-econômico médio-alto ou baixo. Grande proporção delas não se prevenia das DST, em particular, as de status baixo. Em todos os grupos, o condom masculino foi o método de prevenção mais referido. Houve associação negativa entre parceiro fixo e uso de condom, e a principal razão para não usá-lo foi "só ter um parceiro e confiar nele". Em meio às adolescentes, ocorreu associação positiva entre escolaridade acima da oitava série e uso de condom, bem como negativa entre idade e uso desse método. Entre adultas o uso exclusivo de condom esteve, em geral, positivamente associado a status sócio-econômico.

  8. Prevenção de doenças sexualmente transmissíveis em mulheres: associação com variáveis sócio-econômicas e demográficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Jiménez

    Full Text Available As doenças sexualmente transmissíveis (DST têm sido debatidas no ambiente científico e nos meios de comunicação de massa, em especial, por sua associação a maior risco de infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV. Estudou-se a adoção de comportamentos por mulheres para proteção das DST, tal como a associação destes a variáveis sócio-econômicas e demográficas. Trata-se de estudo descritivo, com dados secundários de pesquisa feita em Campinas, São Paulo, na qual foram entrevistadas 635 mulheres selecionadas mediante a técnica de amostragem "bola de neve". Foram classificadas em: adolescentes e adultas de status sócio-econômico médio-alto ou baixo. Grande proporção delas não se prevenia das DST, em particular, as de status baixo. Em todos os grupos, o condom masculino foi o método de prevenção mais referido. Houve associação negativa entre parceiro fixo e uso de condom, e a principal razão para não usá-lo foi "só ter um parceiro e confiar nele". Em meio às adolescentes, ocorreu associação positiva entre escolaridade acima da oitava série e uso de condom, bem como negativa entre idade e uso desse método. Entre adultas o uso exclusivo de condom esteve, em geral, positivamente associado a status sócio-econômico.

  9. Comportamentos de consumo de haxixe e saúde mental em adolescentes: Estudo comparativo

    National Research Council Canada - National Science Library

    Silva, Ana Sofia; Deus, Alberto Afonso de

    2005-01-01

    O presente estudo teve como objectivos avaliar a situação acerca dos comportamentos de consumo de haxixe, em adolescentes inseridos em meio escolar, estudar a influência de variáveis como, a situação...

  10. Violência sexual e a vulnerabilidade às IST-AIDS em mulheres detentas

    OpenAIRE

    Annecy Tojeiro Giordani

    2003-01-01

    Procuramos nesta pesquisa, trabalhar a questão da violência voltada à mulher, em especial à mulher detenta. Para tanto, sentimos necessidade de buscar referenciais teóricos que nos desse subsídios para compreensão do significado da violência generalizada, a doméstica e a sexual e a vulnerabilidade às IST- aids e sua articulação com as relações de gênero. Isto nos levou a traçar os seguintes objetivos: fazer uma revisão da literatura sobre as questões mais amplas que envolvem a violência gener...

  11. Perfume de mulher : riso feminino e poesia em Casina

    OpenAIRE

    Carol Martins da Rocha

    2010-01-01

    Resumo: A peça Cásina (Casina), provável produção do fim da carreira do poeta romano Tito Mácio Plauto (III-II a.C.), carece de observação mais atenta no cenário mais recente dos estudos sobre o autor. É notável que essa comédia, ao que saibamos, não tenha recebido anteriormente tradução em nosso país, sobretudo porque um passar de olhos pelas intrigas e confusões da peça, já nos revela uma infinidade de aspectos da poesia plautina. Em muitos casos se trata de características sutis, muitas da...

  12. CARACTERÍSTICAS DA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS DESPORTIVAS EM PRÉ-ADOLESCENTES EM ARACAJU (Versão original em português

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iuri Roseno Matos Aragão

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as características das atividades físicas e / ou de esporte praticadas e de preferência em pré-adolescentes. Este é um estudo transversal, empírico e descritivo. A amostra foi composta de 145 estudantes entre 11-14 anos de idade, homens e mulheres. A idade média foi de 12,72 ± 1,19 anos, 66 do sexo masculino (12,59 ± 1,23 anos e 79 do sexo feminino (12,83 ± 1,16 anos. A amostra foi entre o ano de grau 6 e 9 do Ensino Fundamental. Foi aplicado um questionário de 12 perguntas com questões fechadas e abertas propostas especificamente para este estudo. Os principais resultados indicam que os meninos realizam atividades físicas e / ou de esporte fora da escola há mais tempo, mais dias por semana e horas por dia do que as meninas. A motivação para a prática fora da escola foi por causa de preferências pessoais. Os indivíduos permanecem muito tempo em atividades individuais, como assistir à TV, usar o computador e jogar videogames, em detrimento de atividades coletivas, como brincar com os amigos, estas foram as preferências expressas pelo grupo. A escola é o local preferido para a prática de atividades físicas e / ou de esporte. As preferências dos meninos foram atividades de grupo (futebol e as preferências das meninas atividades individuais (natação. Por isso, todo o mundo quer saber e aprender outros esportes, o que indica potencial para futuras intervenções.

  13. Motivos para a prática de ginástica em academias exclusivas para mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deimersom Pereira FRAZÃO

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa é analisar o conteúdo do discurso de praticantes de ginástica em academias exclusivas para mulheres sobre os motivos dessa prática, com o foco direcionado para as relações que se estabelecem entre esses motivos e o binarismo sexual. Trata-se de um estudo qualitativo. Com base em um roteiro de questões semiestruturado, 23 frequentadoras de três academias de ginástica exclusivas para mulheres situadas no município de Juiz de Fora, Minas Gerais, foram entrevistadas. Concluímos que a motivação das entrevistadas para a prática da ginástica em academias destinadas exclusivamente às mulheres se mostra ancorada, fundamentalmente, na relação que as mesmas estabelecem, direta ou indiretamente, com o homem, em casa (namorados, maridos e/ou na cena social. Quando comparadas às academias de ginástica mistas, as exclusivas para mulheres emergem como um espaço que pode proporcionar à mulher maior liberdade para: expressar as próprias insatisfações corporais; observar a outra mulher, sem que os sentimentos de competitividade aflorem como em geral afloram no ambiente em que há a presença física do homem; apresentar-se menos assujeitada a padrões corporais de vestimenta e/ou de maquiagem considerados mais belos ou elaborados, inclusive por elas mesmas. Deve-se ainda observar a possibilidade de que nas academias exclusivas as mulheres fiquem mais focadas na exercitação física; pelo fato de sentirem-se mais à vontade, consequentemente, podem se concentrar mais nas práticas e realizar os mais variados movimentos/exercícios sem constrangimentos provocados por olhares invasivos, de homens.

  14. Prevalência e comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de Araújo Lamino

    2011-04-01

    Full Text Available O estudo analisou a prevalência e a comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama. Trata-se de estudo transversal, com amostra, não probabilística de 182 mulheres em tratamento ambulatorial para câncer de mama, entrevistadas no período de julho 2006 a março de 2007. Fadiga, avaliada pela Escala de Fadiga de Piper, foi dividida em duas categorias (escore 0,1-4,9 e >5-10. Dor, avaliada pela escala de 0-10, foi categorizada do mesmo modo que fadiga. Fadiga ocorreu em 94 mulheres (51,6%, sendo >5 em 44 (46,8% delas. Dor ocorreu em 86 mulheres (47,2%, sendo >5 em 50 (58,1%. Fadiga e dor correlacionaram-se (r=0,38, p=0,003 e a comorbidade fadiga e dor foi de 38,3%. Dor intensa acentuou a fadiga (p=0,089 e fadiga intensa acentuou a dor (p=0,016. Tais dados são inéditos em nosso meio, confirmam a existência de um cluster de sintoma e dos prejuízos decorrentes dessa comorbidade.

  15. Conduta na lesão intraepitelial de alto grau em mulheres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pauliana Sousa Oliveira

    Full Text Available O câncer cervical é a segunda causa mais comum de câncer entre as mulheres no mundo, apesar de apresentar grande potencial de prevenção e cura quando diagnosticado e tratado precocemente, o que pode reduzir a taxa de mortalidade entre as acometidas. Como não há consenso entre as medidas terapêuticas nas lesões intraepiteliais escamosas cervicais de alto grau (HSIL, buscamos discutir a conduta frente às mulheres adultas que apresentam HSIL e o seguimento após o procedimento adotado. Foi realizada pesquisa eletrônica no Medline (através do PubMed, National Guidelines Clearinghouse, Google Acadêmico e Lilacs. Os consensos identificados foram avaliados segundo sua validade e recomendações. Em relação ao acompanhamento após o tratamento, o Europeu acompanha por citologia de 6/6 meses; o Australiano, citologia e colposcopia de 6/6 meses; o Americano preconiza a realização da captura híbrida em seis a 12 meses ou citologia em seis meses. Já o Projeto Diretrizes do Brasil recomenda que reavaliações clínicas e colpocitológicas devam ser realizadas a cada três ou quatro meses nos primeiros dois anos de seguimento. Estudos comparando o método "Ver e Tratar" com os três passos (histologia, colposcopia, biópsia concluíram que este último é indicado em mulheres LSIL/ASCUS antes de se submeterem à exérese da zona de transformação (EZT, enquanto que o "Ver e Tratar" é indicado em mulheres com HSIL comprovada na citologia e sugestiva na colposcopia, pois apresenta como vantagens, o baixo custo e a resolução imediata. Todos os consensos são unânimes ao afirmar que frente à HSIL comprovada, retira-se a lesão por meio de ablação ou conização ou EZT.

  16. Espondilite tuberculosa em adolescente Tuberculous spondylitis in teenager

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Maciel Lyra Cabral

    2005-06-01

    Full Text Available Relata-se o caso de uma adolescente com tuberculose osteoarticular em coluna lombossacral, uma localização incomum. O seu diagnóstico permanece um desafio por apresentar sintomas gerais inespecíficos e lesões ósseas que podem ser confundidas com outras afecções. A doença é degenerativa e de prognóstico reservado. São discutidos aspectos clínicos, laboratoriais e de imagem, incluindo tomografia computadorizada e ressonância magnética. A reação em cadeia da polimerase, usando o marcador IS 6110 para M. tuberculosis, foi positiva, sugerindo fortemente a presença do patógeno. Este ensaio é particularmente indicado quando se exige um diagnóstico de tuberculose rápido e sensível.This article presents a case report of osteoarticular tuberculosis affecting lumbar sacral column non-typical attack. The diagnosis remains a medical challenge because the symptoms and bone lesions are not specific and can be mislead with other morbidity such as inflammatory, circulatory, metabolic, traumatic, congenital and tumoral diseases. The disease is degenerative and the prognosis not satisfactory. Besides the clinical aspects and laboratory, imaging results, including computed tomography and magnetic ressonance, are discussed. A PCR system targeting the IS 6110 of M. tuberculosis was positive, strongly suggesting the presence of this pathogen. This assay would be particularly indicated when quick and sensitive diagnosis of tuberculosis is required.

  17. Levantamento de problemas comportamentais/emocionais em um ambulatório para adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedita Salete Costa Lima Valverde

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar os principais problemas comportamentais e emocionais percebidos por adolescentes que frequentam um ambulatório de saúde. Participaram 320 adolescentes que não estavam em atendimento psicoterápico e que responderam, na sala de espera de um ambulatório, o Youth Self Report. O principal problema relatado foi Ansiedade/Depressão. Os meninos obtiveram escores mais altos em Problemas Sociais e mais baixos em Comportamento Delinquente; as meninas apresentaram-se com menos problemas no agrupamento Problemas Somáticos e com mais problemas em Ansiedade/Depressão. Quanto à faixa etária, observou-se que Problemas Sociais esteve associado ao início da adolescência. Quanto à incidência, menos de um quarto dos adolescentes apresentaram-se com problemas, sugerindo que a adolescência não é um período de turbulência. Observou-se que alguns adolescentes necessitam de uma avaliação mais detalhada, pois relataram comportamentos indicativos de transtornos mentais. Conclui-se a necessidade de profissionais de saúde mental integrarem a equipe de saúde que atende adolescentes.

  18. Violências percebidas por homens adolescentes na interação afetivo-sexual em dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Cecchetto

    2016-01-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta as visões de adolescentes do sexo masculino sobre o tema da violência no namoro. A partir de entrevistas e grupos focais realizados em dez cidades brasileiras, entre 2007 e 2009, o texto toma como parâmetro a análise dos significados atribuídos pelos jovens às agressões físicas, psicológicas e sexuais no âmbito dos relacionamentos íntimos. A metodologia do estudo se concentra nos depoimentos de 257 estudantes do sexo masculino, de idades entre 15 e 19 anos, de escolas públicas e privadas do país. Os resultados do estudo mostram que os significados atribuídos ao fenômeno da violência no namoro são recortados por representações rígidas de papéis de gênero, correspondendo às expectativas em relação ao desempenho de homens e mulheres nas relações afetivo-sexuais.

  19. Enfrentamento e rupturas: o percurso da mulher em suas vicissitudes com a maternidade

    OpenAIRE

    Turcatto Elias, Sara Andreia; Faculdade Anhanguera de Sertãozinho

    2012-01-01

    Notadamente em nosso país, são escassos os trabalhos sobre as mães que não conseguem exercer o papel da maternagem, tendo como conse-quência comum a entrega de seu filho para instituições de acolhimento. Desta forma, faz-se objetivo deste artigo conhecer a situação da mulher, cujos filhos passaram a maior parte do tempo sob os cuidados de outras pessoas ou em situações de acolhimento institucional provisório, levando-se em conta sua história de vida e seu contexto de vida. O artigo tem início...

  20. Vacinação contra rubéola em mulheres em idade reprodutiva no Município de Campinas, São Paulo, Brasil

    OpenAIRE

    Maria Rita Donalisio; Caroline Senicato; Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco; Marilisa Berti de Azevedo Barros

    2013-01-01

    As mulheres em idade reprodutiva são a população de maior interesse para a prevenção da síndrome da rubéola congênita. O objetivo do trabalho foi avaliar a prevalência de vacinação contra rubéola em mulheres e identificar fatores associados e motivos da não adesão. Trata-se de estudo transversal de base populacional, realizado em Campinas, São Paulo, Brasil, em 2008/2009, com amostra por conglomerados e em dois estágios. Das 778 mulheres de 10 a 49 anos, 83,8% (IC95%: 79,6-88,0) referiram vac...

  1. AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE NAMORO E CASAMENTO EM ADOLESCENTES

    OpenAIRE

    Schwetter, Thais

    2006-01-01

    Este trabalho procura identificar as representações sociais das relações amorosas em adolescentes. A partir da constituição de processos identitários contextualizados no mundo contemporâneo, cuja influência delineia-se sob o prisma do consumismo, da tecnologia e da força midiática, os adolescentes constroem suas representações do namoro, da variante deste o ficar e do casamento. A pesquisa empírica procedeu-se através de entrevistas semidiretivas individuais em um grupo de ...

  2. Sintomas de asma e fatores associados em adolescentes de Salvador, Bahia

    OpenAIRE

    Mascarenhas, Jean Márcia Oliveira; Silva, Rita de Cássia Ribeiro; Assis, Ana Marlúcia Oliveira de; Pinto, Elizabete de Jesus; Conceição, Jackson Santos; Barreto, Maurício Lima

    2016-01-01

    RESUMO: Objetivo: Identificar os fatores associados a sintomas de asma em adolescentes. Métodos: Estudo transversal, com a participação de 1.176 alunos com idade entre 11 e 17 anos, em Salvador, Bahia, Brasil. Os sintomas de asma foram identificados utilizando-se o questionário padronizado do The International Study of Asthma and Allergies in Childhood Program (ISAAC), fase III. A avaliação do consumo alimentar dos adolescentes foi obtida por meio de questionário da frequência alimentar (Q...

  3. Fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares

    OpenAIRE

    Teixeira, Carolina de Castilhos; Guimarães,Luciano Santos Pinto; Echer, Isabel Cristina

    2017-01-01

    RESUMO Objetivo Identificar os fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares. Método Estudo transversal realizado em 2014 com 864 adolescentes do ensino médio do sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de instrumento com questões sociodemográficas, da aplicação da Escala de Fagerström e do Inventário de Depressão de Beck, sendo analisados por estatística descritiva, testes Exato de Fisher, Qui-quadrado, Mann-Whitney, T e Regressão de Poisson. Resultados Cinq...

  4. A construÃÃo das imagens de si por adolescentes em redes sociais

    OpenAIRE

    Ilana CamurÃa Landim Tavares

    2015-01-01

    Este trabalho trata de uma pesquisa qualitativa, empÃrica, realizada com a coparticipaÃÃo de adolescentes de 14 a 17 anos, do Ensino MÃdio de uma escola particular de grande porte em Fortaleza, CearÃ. Objetivamos averiguar como tais adolescentes estÃo compreendendo a construÃÃo das imagens de si na inserÃÃo em novos espaÃos de socializaÃÃo, como o das redes sociais. Inicialmente, realizamos uma observaÃÃo participante num grupo de apoio com 10 (dez) alunos, promovido pela equipe de OrientaÃÃo...

  5. A criança, a mulher e o mar: rituais de cura em Clarice Lispector

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lúcia Albuquerque Moraes

    2010-08-01

    Full Text Available Ao ser considerada uma epifania, a narrativa de Clarice Lispector instaura a problemática da escrita enquanto um rito que se cumpre como forma de submissão ao processo. Sendo considerado um rito, esse discurso epifânico se repete a si mesmo, marcando os mesmos lugares, como a girar alguns símbolos mais recorrentes – criança, mulher, mar – em torno de um mesmo eixo, o que enfatiza a circularidade dessa escrita plena de crenças, sensações e afetos singulares, vertentes caracterizadoras do mundo interior da escritora Clarice Lispector.

  6. Prevalência de sedentarismo e fatores associados em adolescentes.

    OpenAIRE

    Bastos, Juliano Peixoto

    2006-01-01

    Foram entrevistadas 857 adolescentes (10-19 anos) residentes na zona urbana da cidade. Os resultados revelam que 70% dos adolescentes não praticam uma quantidade de atividade física suficiente para obtenção de benefícios à saúde. Entre os meninos esta proporção é de 57% e entre as meninas é ainda maior (82%). Segundo recomendações atuais, todo adolescente deve praticar pelo menos 60 minutos por dia de atividade física na maioria dos dias da semana. O autor aponta que os resultados da inves...

  7. Representações culturais de saúde, doença e vulnerabilidade sob a ótica de mulheres adolescentes Representaciones culturales de salud: enfermedad y vulnerabilidad bajo la óptica de mujeres adolescentes Cultural representations of health, disease and vulnerability from the point of view of teenage women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Beatriz Ressel

    2009-09-01

    Full Text Available O artigo apresenta um recorte de pesquisa descritiva, do tipo exploratório, com abordagem qualitativa, cujo objetivo consistiu em conhecer de que forma a cultura influencia no comportamento de adolescentes, contribuindo na sua vulnerabilidade. O estudo trata da visão de mulheres adolescentes que integram um projeto de ensino e extensão em desenvolvimento em escolas de ensino fundamental da Região Sanitária Norte de Santa Maria, interior do Rio Grande do Sul. Para tanto, utilizou-se como instrumento para obtenção de informações uma entrevista semiestruturada com questões que nortearam o objetivo da investigação. Os resultados apontaram para a importância da estruturação de processos educativos com adolescentes voltados para a construção de habilidades para a vida, o que permite resistir às pressões na adoção de comportamentos de risco que possam afetar sua saúde e seu desenvolvimento.El presente artículo presenta un recorte de investigación descriptiva, del tipo exploratorio con abordaje cualitativo. El objetivo consistió en conocer de qué forma la cultura influencia en el comportamiento de adolescentes, contribuyendo a su vulnerabilidad. El estudio trata de la visión de mujeres adolescentes que integran un proyecto de enseñanza y extensión en desarrollo en las escuelas de enseñanza fundamental de la Región Sanitaria Norte de Santa María, interior del Río Grande del Sur. Para la obtención de las informaciones se utilizó como instrumento una entrevista semiestructurada con preguntas que orientan el objetivo de la investigación. Los resultados destacaron la importancia de la estructuración de procesos educativos con adolescentes con el objeto de formar habilidades para la vida, lo que permite resistir a las presiones para adoptar comportamientos de riesgo que puedan afectar su salud y su desarrollo.This article presents a descriptive research, of an explorative type, with a qualitative approach aiming at

  8. Impacto de grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meneghel Stela Nazareth

    2003-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, avaliaram-se oficinas de promoção à saúde e gênero, desenvolvidas em programas de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. O método baseia-se na pesquisa participante e na pesquisa ação. Foram nucleados grupos de mulheres em dois locais da cidade. O primeiro grupo foi freqüentado por 14 mulheres, com um total de seis encontros. O segundo recebeu 18 mulheres e realizou um total de 11 encontros. Os temas discutidos e vivenciados foram: relação pais e filhos, estereótipos e papéis de gênero, conjugalidade, limites a comportamentos abusivos, corpo e sexualidade e estratégias de enfrentamento à violência. Treze mulheres que freqüentaram o segundo grupo mudaram padrões de comportamento, buscando emprego, retornando à escola, melhorando a imagem corporal e reavaliando situações de violência. O grupo de pesquisadores aproximou-se do Fórum de Mulheres de São Leopoldo, fomentando o fortalecimento da rede de apoio/atendimento, bem como a visibilidade das políticas setoriais e de suas instâncias no planejamento e na execução de políticas públicas para a mulher.

  9. Comportamentos de consumo de haxixe e saúde mental em adolescentes: Estudo comparativo

    OpenAIRE

    Silva, Ana Sofia; Deus, Alberto Manuel Sequeira Afonso de

    2005-01-01

    O presente estudo teve como objectivos avaliar a situação acerca dos comportamentos de consumo de haxixe, em adolescentes inseridos em meio escolar, estudar a influência de variáveis como, a situação famíliar, o grau de influência do grupo de pares nas decisões e as expectativas, no início e na manutenção do consumo daquela substância. Pretendeu-se ainda avaliar a existência ou não de relações entre este consumo e a saúde mental dos adolescentes. Os participantes foram 221 adolescentes de...

  10. Qualidade de vida em adolescentes com necessidades especiais em um município de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christielle Lidianne Alencar Marinho

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV e a associação desta com variáveis demográficas de adolescentes com necessidades especiais (física, visual e auditiva. Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo, de corte transversal, com 72 adolescentes entre 10 e 19 anos, em instituições de ensino público estadual de Petrolina no estado de Pernambuco, Brasil, no período de agosto a outubro de 2012. Para avaliação da QV, foi utilizado o questionário World Health Organization Quality of Life, versão breve (WHOQOL-BREF. Para análise dos dados, foi utilizada a estatística descritiva e inferencial, aplicando-se os testes Mann- Whitney e Kruskal-Wallis, com p<0,05. Resultados: Observou-se uma menor percepção da QV global nos deficientes físicos (57,36 ±20,67. A QV foi melhor percebida pelos deficientes visuais (65,62 ± 22,49. No tocante aos domínios, entre os deficientes físicos (60,41 ± 7,30, visuais (55,84 ± 13,34 e auditivos (55,00 ± 20,33, os menores escores apresentados foram os de relação social, respectivamente. Os escolares inseridos em sala especial e os adolescentes mais novos obtiveram uma menor percepção da QV. Conclusão: A QV foi melhor percebida pelos deficientes visuais, e os adolescentes com deficiência física apresentaram-se como o grupo mais vulnerável na percepção da QV global e nos domínios físico e meio ambiente entre os escolares investigados. O grupo mais jovem e os estudantes de sala especial perceberam sua QV inferior quando comparada com os mais velhos e os alunos de sala regular.

  11. Correlação e reprodutibilidade de testes abdominais em mulheres jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira Cristina Wolf Schoenell

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi relacionar os escores dos testes abdominais de um minuto, de dois minutos com banco, de uma repetição máxima (1RM, de repetições máximas com 70% de 1RM e teste de contração isométrica voluntária máxima (CIVM e verificar a reprodutibilidades dos mesmos em mulheres jovens. A amostra foi composta de 15 mulheres (26,22 ± 4,67 anos fisicamente ativas. Os testes foram realizados em dias alternados e randomizados, com intervalos mínimos de 48 horas. Após um intervalo de 7 a 10 dias, os testes foram reaplicados. Os resultados sugeriram que os testes abdominais apresentam boa capacidade de reprodutibilidade. Além disso, os testes de um minuto e de dois minutos apresentaram boa relação com o teste de força máxima (1RM, sendo que os testes de CIVM e de repetições máximas a 70% de 1RM não apresentaram correlação com os demais.

  12. Menarca, gravidez precoce e obesidade em mulheres brasileiras selecionadas em um Centro de Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Kac

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo foi identificar fatores obstétricos potencialmente associados à obesidade em 486 mulheres brasileiras entre 15-59 anos, residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. A gordura corporal (GC foi aferida por meio de exame de bioimpedância e a obesidade foi definida como GC > 30%. A associação entre fatores obstétricos e a obesidade foi avaliada a partir da técnica de regressão logística. Permaneceram associadas com a obesidade no modelo final após controle para o efeito da renda, fumo, consumo de álcool e prática de atividade física: idade de menarca 30 e 40 anos (OR = 3,32; IC95%: 1,76-6,27, idade ao primeiro parto (OR = 1,99; IC95%: 1,07-3,68 e a seguinte interação significativa: faixa etária de 30-39 e idade de menarca (OR = 0,27; IC95%: 0,09-0,83. Os fatores obstétricos se manifestam na obesidade por meio de uma complexa rede de inter-relações entre as covariáveis estudadas. É importante que sejam implementadas políticas eficazes de combate à obesidade durante o ciclo reprodutivo, e de planejamento familiar que busquem diminuir a freqüência de mães adolescentes.

  13. Tentativa de suicídio em mulheres idosas – uma perspectiva de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo analisa a presença de desigualdades e violências de gênero na vida de mulheres idosas que tentaram o suicídio. O estudo faz parte de uma pesquisa qualitativa desenvolvida em 12 municípios brasileiros com elevadas taxas de suicídio, coordenada pelo Claves-Fiocruz. As informações foram produzidas em entrevistas semiestruturadas com 32 mulheres de uma amostra de 59 idosos com história de tentativa de suicídio. A análise constatou desigualdades e violências de gênero ao longo do ciclo vital de 27 idosas. Optou-se por não identificar as depoentes, construindo-se uma só história a partir de eventos similares presentes nas vidas de todas elas. Trabalhou-se com o ciclo vital (infância, juventude, vida adulta e velhice verificando a presença de desigualdades de gênero em cada uma das fases. As desigualdades iniciam na infância com a educação diferenciada de gênero; seguem na juventude, com a iniciação sexual, o casamento e a maternidade; continuam na vida adulta por meio da violência perpetrada por parceiro íntimo e/ou outros familiares e culminam com uma velhice destituída de autonomia em que há perda de laços, de bens e de referências. Essas vidas atravessadas por violências produzem sentimentos de vazio e inutilidade, e fazem com que muitas idosas percebam a morte como a única saída.

  14. Adolescentes em conflito com a lei: uma revisão dos fatores de risco para a conduta infracional

    OpenAIRE

    Gallo, Alex Eduardo; Williams,Lúcia Cavalcanti de Albuquerque

    2009-01-01

    O artigo apresenta uma revisão dos fatores de risco associados à prática infracional em adolescentes. A revisão abrangeu publicações científicas publicadas entre 1997 e 2003, sendo efetuada a pesquisa com base nos seguintes unitermos em português e inglês: adolescente em conflito com a lei, adolescente infrator, fatores de risco e medidas socioeducativas. Inúmeras pesquisas apontam para fatores de risco relacionados com a prática infracional. Entre eles, as condições da família com baixos nív...

  15. Sensibilidade e especificidade de classificação de sobrepeso em adolescentes, Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Chiara

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência, sensibilidade e especificidade em detectar adolescentes em risco de obesidade, baseada no Índice de Massa Corporal (IMC. MÉTODOS: Foram avaliados 502 adolescentes de 12 a 18 anos, participantes da pesquisa Nutrição e Saúde do Município do Rio de Janeiro, desenvolvida em 1996. As variáveis do estudo foram: peso, estatura, IMC e dobra subescapular, de acordo com sexo e idade. As classificações para IMC foram comparadas com a classificação pela dobra subescapular no percentil 90 (excesso de adiposidade da população de adolescentes americanos. RESULTADOS: A prevalência de excesso de adiposidade foi mais elevada com a dobra subescapular (P<0,0001 comparada com as classificações do IMC que apresentaram valores aproximados. A especificidade foi superior à sensibilidade com as duas propostas do IMC. O ponto de equilíbrio entre sensibilidade e especificidade foi próximo ao percentil 70 para meninas e meninos menores de 14 anos. Em meninos maiores de 15 anos, o ponto de corte aproximou-se do percentil 50 do IMC. CONCLUSÃO: Ambas classificações do IMC foram mais adequadas para identificar adolescentes sem obesidade, não sendo sensíveis para rastrear excesso de adiposidade.

  16. Fatores associados à obesidade abdominal em mulheres em idade reprodutiva Factors associated with abdominal obesity among childbearing-age women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Kac

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar variáveis potencialmente associadas à obesidade abdominal em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS: Foram investigadas 781 mulheres a partir de informações coletadas pela Pesquisa Nutrição e Saúde realizada em 1996 no Município do Rio de Janeiro. A obesidade abdominal foi definida como circunferência da cintura (CC > 80 cm ou como Razão Cintura Quadril (RCQ > 0,85. A análise estatística envolveu o cálculo de medidas de tendência central. A associação entre obesidade abdominal e Índice de Massa Corporal, idade, paridade e uso de tabaco foi testada por meio do cálculo do "Odds Ratio" (OR, usando a técnica de regressão logística multivariada. RESULTADOS: As maiores freqüências de obesidade abdominal foram observadas em mulheres acima de 35 anos e com dois ou mais filhos (50,7%. Os valores de OR demonstram o efeito da interação entre paridade e idade para CC>80 cm quando controlado apenas o efeito dessas duas variáveis. A partir dos modelos de regressão logística, verificou-se que quando a população foi estratificada em mulheres com e sem sobrepeso, apenas a escolaridade esteve associada à RCQ, enquanto a associação com idade e paridade desapareceu para a CC>80 cm. CONCLUSÕES: A obesidade abdominal nesse grupo populacional independe da idade e da paridade quando ajustado pelo peso relativo, sendo suas maiores determinantes a adiposidade geral e a escolaridade. Ter maior escolaridade significou possuir uma RCQ menor. É fundamental implementar estratégias de prevenção para o desenvolvimento da obesidade, cujo enfoque sejam mulheres em idade reprodutiva.OBJECTIVE: To investigate variables potentially associated with abdominal obesity among childbearing-age women. METHODS: A total of 781 women were studied based on data from the Nutrition and Health Survey conducted in 1996 in the municipality of Rio de Janeiro, Brazil. Abdominal obesity was defined as waist girth (WG > 80 cm or waist

  17. Problemas ginecológicos mais freqüentes em mulheres soropositivas para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melo Victor Hugo de

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar os achados ginecológicos mais freqüentes de uma coorte de 300 mulheres infectadas pelo HIV, acompanhadas ambulatorialmente. MÉTODOS: estudo prospectivo e descritivo de mulheres HIV-soropositivas atendidas em clínica ginecológica, no período de novembro de 1996 a dezembro de 2002. As pacientes foram submetidas ao protocolo de atendimento ginecológico que incluiu anamnese, exame ginecológico, colpocitologia oncótica (Papanicolaou, pesquisa de HPV (PCR e colposcopia. A biópsia cervical, quando necessária, foi realizada. Os dados foram armazenados e analisados no Epi-Info, versão 6.0. RESULTADOS: a idade média foi 34,5 anos. Destaca-se o pequeno número de parceiros sexuais, média de três parceiros, e a predominância do contágio heterossexual: 271 (90,6% pacientes adquiriram o vírus por meio do contato sexual com seus parceiros. Foi alta a prevalência de neoplasias intra-epiteliais cervicais (NIC, representando 21,7% do total da amostra. Dentre as 109 pacientes submetidas a PCR encontraram-se 89 (81,7% com algum genótipo do HPV. Esfregaço inflamatório à citologia esteve presente em 69% das pacientes. CONCLUSÕES: a infecção pelo HIV se associa com freqüência a NIC e a processos infecciosos genitais, em especial o HPV.

  18. Aborto legal em vítimas de violência sexual em um hospital escola: a visão das mulheres e dos profissionais

    OpenAIRE

    Weigert, Simone Planca

    2015-01-01

    O aborto legal é autorizado pela legislação brasileira diante de três circunstâncias, quando se constitui em risco para a vida da mulher; quando a gravidez é resultante de violência sexual ou nos casos de gravidez de feto anencefálico. O objetivo geral deste estudo foi descrever e identificar as dificuldades e possiblidades das mulheres diante do aborto legal em um Hospital Escola do município de Curitiba no que se refere a percepção das mesmas e dos profissionais que realizaram o atendimento...

  19. Prevalência e caracterização de espécies de lactobacilos vaginais em mulheres em idade reprodutiva sem vulvovaginites

    OpenAIRE

    Brolazo,Eliane Melo; Simões,Jose Antonio; Nader,Maria Elena Fátima; Tomás,Maria Silvina Juárez; Gregoracci,Gustavo Bueno; Marconi,Camila

    2009-01-01

    OBJETIVO: identificar espécies de lactobacilos isolados do conteúdo vaginal de mulheres saudáveis e assintomáticas; determinar as espécies mais prevalentes e caracterizá-las fenotipicamente. MÉTODOS: lactobacilos foram isolados em meio seletivo a partir de amostras de conteúdo vaginal de 135 mulheres, sem queixa de corrimento e com diagnóstico laboratorial negativo para infecções vaginais, acompanhadas em um ambulatório de Planejamento Familiar. Os isolados foram identificados por PCR multipl...

  20. ANÁLISE DO POLIMOFISMO RsaI DO GENE RECEPTOR BETA ESTRÓGENO (REβ) EM MULHERES COM ENDOMETRIOSE

    OpenAIRE

    Silva, Rita de Cassia Pereira da Costa e

    2010-01-01

    A endometriose é definida pelo aparecimento de focos de tecido endometrial com características glandulares e/ou estromais idênticos aos da cavidade uterina em outras localizações, que não o endométrio. E esses focos de tecido geralmente são funcionantes e sensíveis à ação de hormônios apresentando um forte componente genético correlacionando a doença com diversos polimorfismos. Incide principalmente em mulheres em idade reprodutiva. Está presente em 10% na população geral e com...

  1. Sentidos da trajetória de vida para adolescentes em medida de liberdade assistida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Costa Gomes

    2014-03-01

    Full Text Available O presente artigo trata de uma pesquisa que teve como objetivo compreender os sentidos atribuídos por adolescentes que cumpriam medida socioeducativa de liberdade assistida às trajetórias de vida e ao envolvimento com infrações à lei. Foram realizados sete sociodramas semanais com 21 adolescentes da comunidade, dos quais 18 eram do sexo masculino. As informações foram organizadas com base no modelo construtivo-interpretativo de González-Rey e analisadas à luz do aporte teórico da Psicossociologia. Da análise resultaram três zonas de sentido: 1 "Parecia uma vida fácil" - referente à sedução do mundo do crime; 2 "Minhas tábuas de salvação" - sobre as estratégias usadas ante os infortúnios da incursão infracional; 3 "A vida no crime não compensa" - concernente ao saldo das escolhas: dores, perdas e arrependimento. As discussões dos encontros desencadearam nos adolescentes relatos acerca do passado, presente e futuro e reflexões que conduzem à reconstrução de projetos de vida desvinculados de atos de infração. Concluiu-se que os métodos socionômico e de história de vida favoreceram a produção de sentidos pelos adolescentes a partir de sua proposta de ação e reflexão e forneceram informações relevantes para se compreender a trajetória infracional dos adolescentes, constituindo-se em poderosa ferramenta de pesquisa-intervenção junto a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

  2. Análise da vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B em Teresina/PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2012-12-01

    Full Text Available Os adolescentes fazem parte de grupos com elevada suscetibilidade à infecção pelo vírus da hepatite B em função da adoção de comportamentos de risco. Este trabalho objetivou analisar a vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B. Para isso, realizou-se estudo desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico com 196 adolescentes de 14 a 19 anos. Os resultados mostraram que 57,1% dos adolescentes já haviam iniciado a vida sexual, destes 45,5% não tinham parceiro(a estável, 54,5% pertenciam a faixa etária de 14 a 16 anos, 24,1% não usavam preservativo nas relações sexuais, 62,8% referiram não saber da transmissão do vírus da hepatite B e 61,2% não apresentavam cobertura vacinal contra este agravo. Conclui-se que os adolescentes constituem grupo vulnerável à hepatite B, devido a fatores condicionantes e determinantes, tais como desconhecimento sobre a doença, baixa cobertura vacinal, adoção de comportamento de risco e sensação de invulnerabilidade.

  3. A satisfação sexual e coping em mulheres mastectomizadas

    OpenAIRE

    Gonçalves, André Leite

    2014-01-01

    O cancro é uma doença temida por todos, apesar dos avanços da ciência e diminuição do número de mortes devido a esta doença. Apesar da sua natureza biológica e genética, encontramos referenciado na literatura a sua componente também psicológica. Neste sentido, nos fatores psicológicos associados ao cancro, o objetivo deste trabalho consiste em avaliar a satisfação sexual e o coping nas mulheres diagnosticadas com cancro de mama mastectomizadas, com vista a conhecer o seu papel na adaptação a ...

  4. Intenções reprodutivas de mulheres que vivenciam regime de alta fecundidade em um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2013-09-01

    Full Text Available Neste estudo quantitativo e de base populacional objetivou-se identificar as intenções reprodutivas de mulheres com cinco ou mais filhos, residentes em Curitiba, Paraná. Foram entrevistadas 441 mulheres em seus domicílios entre os anos de 2006 a 2008. Calcularam-se frequências, e o teste t de Student e o coeficiente de Spearman para algumas variáveis. Para análise das perguntas abertas utilizou-se a análise de conteúdo e se elaboraram tabelas com as categorias e as respectivas frequências. O estudo revelou que para 51% das mulheres o número ideal de filhos seria dois; 10% tiveram o número de filhos que desejavam. Em 113 casos (40,4% o marido preferia ter um número maior de filhos do que as mulheres. Identificaram-se dificuldades na definição e na conquista da fecundidade desejada, falhas na assistência à saúde reprodutiva e desigualdades sociais e de gênero. O monitoramento pelos gestores de saúde dos diferenciais de fecundidade é necessário para o alcance da justiça social e a garantia dos direitos humanos, sexuais e reprodutivos, no Brasil.

  5. ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS ASSOCIADAS A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVIRUS HUMANO EM MULHERES ATENDIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilly de Oliveira Silva

    2016-01-01

    Full Text Available O Papilomavírus Humano (HPV é atualmente a principal causa de virose sexualmente transmissível, sendo sua principal consequência o câncer de colo de útero. Neste contexto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações citológicas em mulheres atendidas em um hospital. Tratou-se de uma pesquisa do tipo quantitativa, de caráter documental, composta por 198 mulheres que apresentaram lesão devido à infecção pelo HPV e atendidas no Hospital Alpheu de Quadros. Os dados foram coletados por meio de registros arquivados no computador do hospital. Das mulheres infectadas pelo HPV, 66,7% tinham entre 20 e 39 anos e das que relataram sua iniciação sexual 61,6% tinham entre 16 e 20 anos. A maioria dessas mulheres foi diagnosticada com lesão intraepitelial de alto grau (HSIL seja na citologia ou na biópsia. O resultado pós Cirurgia de Alta Frequência apresentou-se positivo, pois houve diminuição de HSIL das mulheres. Ações de saúde pública podem prevenir a incidência e mortalidade pelo câncer de colo de útero quase que totalmente, desde que o planejamento destas ações esteja em concordância com o conhecimento científico atual.

  6. Mulheres encarceradas em São Paulo: saúde mental e religiosidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Augusto Costivelli de Moraes

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: A religião tem um importante papel na vida de indivíduos encarcerados. A saúde mental e a possibilidade de reabilitação parecem ser favorecidas através da religião. Entretanto poucos estudos no Brasil abordaram a saúde mental em população carcerária feminina e a relacionaram com a religiosidade. O objetivo deste estudo é verificar o perfil de saúde mental e a relação entre religião, religiosidade e saúde mental numa amostra de mulheres encarceradas em São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas 358 mulheres, detentas da Penitenciária Feminina da Capital (São Paulo-SP. Foi aplicado um questionário amplo que abrangeu dados sociodemográficos e culturais (incluindo a religiosidade, assim como itens sobre saúde mental e perfil criminal. A avaliação psicopatológica foi feita com o General Health Questionnaire (GHQ-12. Análises estatísticas comparando as variáveis com o GHQ-12 foram realizadas. Foi utilizada também a análise de regressão logística multivariada para respostas dicotômicas para as variáveis que possivelmente interagiram com a saúde mental. RESULTADOS: A idade média da amostra foi 30,7 anos ± 8,5. A prevalência de possível caso psiquiátrico foi 26,6%. CONCLUSÕES: Uma maior religiosidade pessoal associou-se a menor freqüência de possível transtorno mental. Não foram encontradas associações entre tipo de crime e saúde mental.

  7. Transmissão Geracional Familiar em Adolescentes que Cometeram Ofensa Sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liana Fortunato Costa

    Full Text Available Resumo: Trata-se de uma pesquisa qualitativa sobre a transmissão geracional familiar de quatro adolescentes que cometeram violência sexual contra crianças. O texto enfoca o adolescente em uma perspectiva de interdependência dos adultos responsáveis por sua educação e sobrevivência, pois é sabido que o adolescente que comete ofensa sexual apresenta grandes conflitos em suas relações familiares. O objetivo foi aprofundar o conhecimento sobre essa realidade pouco conhecida em nosso país e tecer uma conexão com a repetição de padrões de violência na vida familiar desses adolescentes, por meio do estudo das dinâmicas familiares. O instrumento utilizado foi o genograma, construído em entrevistas com cada família. Os resultados apontam para relações familiares que reproduzem condições de pobreza da vinculação afetiva, negligência e maus-tratos, pais ausentes e mães autoritárias. A discussão enfoca o processo de transmissão geracional no sentido do cometimento de várias violências que dificultam as condições mínimas de desenvolvimento emocional de seus membros. Em consequência, esses adolescentes acabam por manter relações violentas, mesmo em suas experimentações sexuais iniciais, reproduzindo um padrão presente nas várias gerações. As limitações do estudo referem-se às dificuldades na recuperação dos fatos relativos às histórias familiares, porque, além de valorizarem pouco essas informações, as famílias se queixam do sofrimento que a narrativa traz para todos. Conclui-se que uma proposta de intervenção com adolescente que comete ofensa sexual não pode prescindir da presença da família como protagonista.

  8. Vulnerabilidade de adolescentes escolares às DST/HIV, em Imperatriz - Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Pereira de Jesus Costa

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a vulnerabilidade de adolescentes escolares em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST e ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, identificando os principais comportamentos de risco e de prevenção. Estudo transversal, quantitativo, realizado em três escolas públicas estaduais de Imperatriz, MA, com 295 adolescentes, por meio da aplicação de questionário estruturado. Os resultados apontam que: a maioria dos jovens (86,3% que usaram preservativo na última relação sexual habitualmente mantém essa prática; 82,8% dos adolescentes que compreendem o conceito de HIV se protegem contra essa infecção e acreditam que a principal forma de contaminação é por via sexual, por via sanguínea ou através da barreira placentária. Conclui-se que a maioria dos adolescentes participantes apresentou conhecimento coerente sobre práticas sexuais e comportamentos de risco, que os tornam vulneráveis às DSTs e ao HIV, apresentando aspecto positivo para a prevenção destas doenças.

  9. Fobia social em uma amostra de adolescentes Social phobia in a sample of adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo J. Fonseca D'El Rey

    2006-04-01

    Full Text Available Este estudo relata a prevalência e o impacto na escolaridade da fobia social em uma amostra de adolescentes da cidade de São Paulo, SP, Brasil. O Inventário de Fobia Social (SPIN foi administrado em 116 estudantes adolescentes de 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries de ambos os sexos. A prevalência da fobia social foi de 7,8% na amostra de adolescentes, com maior incidência entre estudantes do sexo feminino, com idade entre 12 e 15. O impacto negativo na escolaridade foi grande, aproximadamente 89% dos adolescentes com fobia social repetiram o ano na escola ao menos uma vez.This study reports the prevalence and the impact in the education of social phobia in a sample of adolescents of the city of São Paulo, SP, Brazil. The Social Phobia Inventory (SPIN was administrated to 116 students of 5th, 6th, 7th and 8th grades of both sexes. The prevalence of the social phobia was 7.8% in the sample of adolescents, with higher incidence among female students, between 12 and 15 years old. The negative impact on the education was great, approximately 89% of the adolescents with social phobia repeated the year in the school at least one time.

  10. Alta prevalência de sedentarismo em adolescentes que vivem com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Fiengo Tanaka

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Verificar a prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids e seus fatores associados.Métodos:Foram entrevistados 91 adolescentes de 10 a 19 anos, com HIV/Aids, em acompanhamento em uma unidade de infectologia universitária. Foram coletados dados antropométricos (peso, altura e circunferência da cintura em duplicata, informações clínicas foram obtidas nos prontuários médicos e a prática de atividade física habitual foi medida por meio do questionário proposto por Florindo et al. O ponto de corte para sedentarismo foi de 300 minutos/semana.Resultados:As prevalências de altura inadequada para idade, desnutrição e sobrepeso/obesidade foram de 15,4%, 9,9% e 12,1%, respectivamente. As atividades físicas mais citadas foram: futebol (44,4%, voleibol (14,4% e andar de bicicleta (7,8%. Os tempos medianos dispendidos com a prática de atividade física e caminhando/andando de bicicleta até a escola foram de 141 minutos e 39 minutos, respectivamente. A maioria dos adolescentes (71,4% era sedentária, proporção maior entre as meninas (p=0,046.Conclusões:Foi observada alta prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids, prevalência essa semelhante àquela observada na população geral. Promover a prática de atividade física entre adolescentes - especialmente entre meninas - com HIV/Aids, assim como monitorá-la, deve fazer parte da rotina de acompanhamento desses pacientes.

  11. Prevalência e fatores associados ao sedentarismo em adolescentes de área urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Klee Oehlschlaeger

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência e fatores associados ao sedentarismo em adolescentes residentes em uma área urbana. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal em uma amostra representativa de 960 adolescentes com idades entre 15 e 18 anos, em 2002, em Pelotas, Estado do Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados por meio de um questionário anônimo e auto-aplicado. Foi definindo como sedentário o adolescente que participava de atividades físicas por um tempo menor do que 20 minutos diários e uma freqüência menor do que três vezes por semana. Variáveis sociodemográficas e comportamentais foram avaliadas. Para as comparações entre proporções, utilizou-se o teste do qui-quadrado, e para a análise multivariada, a regressão de Poisson com ajuste robusto para as variâncias. Foi feito controle para efeito de delineamento. RESULTADOS: Foram entrevistados 960 adolescentes, dos quais 39% foram considerados sedentários. As meninas foram mais sedentárias do que os meninos, 2,45 (IC 95% 2,06-2,92. Os adolescentes das classes sociais mais baixas foram mais sedentários, 1,35 (IC 95% 1,06-1,72. Escolaridade inferior a quatro anos de estudo do adolescente 1,30 (IC 95% 1,01-1,68 e da mãe 1,75 (IC 95% 1,31-2,23 apresentaram maior risco para o sedentarismo. Após controle para possíveis fatores de confusão, mostrou-se também positiva a associação entre o sedentarismo e a presença de transtornos psiquiátricos menores e relação inversa, fator de proteção para os sexualmente ativos 0,84 (IC 95% 0,71-0,99. CONCLUSÕES: Ser do sexo feminino, pertencer à classe social baixa, ter uma baixa escolaridade e ser filho de mãe com baixa escolaridade são fatores associados ao sedentarismo.

  12. Consulta de enfermagem à mulher hipertensa: uma tecnologia para educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Sousa Araújo Santos

    2003-12-01

    Full Text Available O trabalho objetivou a aplicação da consulta de enfermagem baseada na Teoria do Autocuidado de Orem, e a identificação da satisfação desta mulher com o engajamento no autocuidado. A consulta foi aplicada mensalmente durante seis meses em 50 mulheres. Em cada consulta foi avaliado o déficit de autocuidado e as habilidades da mulher para o desenvolvimento das atividades do autocuidado. Comprovou-se que a maioria das mulheres superou o déficit de autocuidado, adquiriu habilidades técnicas e cognitivas para o exercício das atividades de autocuidado, engajando-se no perfil desejável para a melhoria da qualidade de vida. Estas mudanças foram intensificadas a cada consulta. Constatou-se que a nova tecnologia aplicada traz influências altamente positivas para a cliente e assegura a qualidade do serviço de enfermagem.

  13. Violência doméstica e institucional em serviços de saúde: experiências de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2004-06-01

    Full Text Available Desenvolvido nas capitais Recife, Salvador e Aracaju, em três maternidades públicas, este estudo quantitativo objetivou identificar as manifestações da violência doméstica e institucional na mulher assistida em sub-programas do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. Para coleta dos dados, foi utilizado um formulário semi-estruturado. A amostra caracterizou-se por mulheres jovens, domésticas, dependentes economicamente dos companheiros. A maioria das mulheres vivencia a violência conjugal, sendo a dependência financeira o motivo mais mencionado para suportá-la. A falta de vagas caracterizou a violência institucional por omissão. A pesquisa demonstrou que a vivência destas violências traz problemas de saúde para as mulheres, ou os agrava.

  14. O mundo muçulmano em uma era global: a proteção dos direitos das mulheres

    OpenAIRE

    Monshipouri,Mahmood

    2004-01-01

    As mulheres muçulmanas enfrentam, simultaneamente, três desafios. Em primeiro lugar, elas representam uma identidade islâmica que, com freqüência, está em conflito com regimes políticos modernos e com as elites dos Estados. Em segundo lugar, elas devem lutar contra os fundamentalistas islâmicos, cujas idéias, instituições e objetivos são por elas rejeitados com veemência. Por fim, e tão importante quanto os outros desafios, elas enfrentam no dia-a-dia a cultura patriarcal dominante nos lugare...

  15. Incapacidade funcional em mulheres idosas de baixa renda Functional incapacity among low-income elderly women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Sindra Virtuoso Júnior

    2011-05-01

    Full Text Available O propósito deste estudo foi o de analisar a relação dos aspectos sociodemográficos e referentes às condições de saúde com a incapacidade funcional em mulheres idosas de baixa renda. O estudo teve delineamento transversal, com uma amostra representativa de 222 mulheres, com média de 70 anos (± 7,27, pertencentes a grupos de convivência no município de Jequié, Bahia. Foram realizadas medidas antropométricas e a aplicação de uma entrevista contemplando as variáveis: sociodemográficas, saúde física e comportamental. A análise estatística foi realizada com nível de significância pThe scope of this study was to analyze the relationship between socio-demographic and health-related aspects and functional incapacity among low-income elderly women. This cross-sectional study involved a representative sample of 222 women with mean age of 70 years (± 7.27, in community groups in the city of Jequié, in the State of Bahia, Brazil. Anthropometric measurements were taken and interviews staged to examine the socio-demographic, physical and behavioral health variables. The statistical analysis was accomplished with a level of significance of p<0.05, with calculation of the respective odds ratio in the binary logistic regression, for analysis of hierarchically-grouped factors. The prevalence of functional incapacity was 46.8% and, by using hierarchical multivariate analysis, a significant association was detected with increased age, insufficient schooling, hospitalization, lack of physical exercise throughout life and alterations in the cognitive function. The characteristics identified that associated limitations in instrumental activities in daily life suggest a complex causal network in the determination of functional incapacity in low-income elderly women.

  16. EFEITO DO TREINO NEUROMUSCULAR NA ROTAÇÃO DO JOELHO DURANTE A ATERRISSAGEM EM MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Narayana Vianna Spanó

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: O grande índice de lesões do ligamento cruzado anterior sem envolver contato em mulheres é motivo de curiosidade entre os cientistas, pois avaliações de aterrissagem podem sugerir a predisposição ao risco dessa lesão. Neste sentido, vários protocolos de treinamento foram utilizados como intervenção e obtiveram resultados diversificados na alteração desse fator de risco. Objetivo: O objetivo deste projeto foi avaliar as possíveis alterações de rotação do joelho na aterrissagem unipodal após a intervenção de um programa de treinamento neuromuscular. Métodos: Participaram do estudo 18 mulheres com idade entre 18 e 51 anos, que foram distribuídas em dois grupos: grupo de treinamento neuromuscular de oito semanas (GTN (n = 11 e grupo controle (GC (n = 7. Além disso, não apresentavam lesão musculoesquelética ou dores nos membros inferiores. Cada participante realizou cinco aterrissagens unipodais válidas de uma plataforma de 40 cm de altura. O processo de captura de movimento foi realizado com 12 câmeras infravermelho do sistema OptiTrack(tm para obter as coordenadas tridimensionais de marcadores fixados nos pontos anatômicos de interesse. Os sistemas de coordenadas locais da coxa e da perna foram definidos por meio dos respectivos marcadores fixados nos pontos anatômicos. Dessa forma, foram calculados os ângulos de rotação do joelho nos planos sagital, frontal e transverso através das sequências dos ângulos de Euler e as velocidades angulares através das formulações dos quatérnions. Resultados: Os resultados mostraram que houve um aumento na velocidade de rotação do joelho após o treinamento neuromuscular. Conclusão: Conclui-se que o treinamento neuromuscular resultou em maior velocidade de rotação no joelho nos 40 milissegundos que sucedem a aterrissagem unipodal.

  17. Melanoma epitelióide de coróide em adolescente: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araújo Ângelo Augusto

    2004-01-01

    Full Text Available O melanoma maligno de úvea é uma doença muito rara antes dos 30 anos de idade. Este é um relato de um caso de melanoma epitelióide de coróide em adolescente de 12 anos cujo diagnóstico presuntivo foi realizado por exame clínico, ressonância e ultra-sonografia sendo confirmado por meio de exame anatomopatológico.

  18. Triagem sorológica para doença celíaca em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ester Pereira da Conceição-Machado

    2015-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo objetivou identificar a soroprevalência da doença celíaca em adolescentes de escolas públicas da cidade de Salvador, Bahia. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal com amostra probabilística de 1.213 adolescentes de 11 a 17 anos, de ambos os sexos. O índice de massa corporal foi utilizado para o diagnóstico do estado nutricional, adotando-se os percentis segundo idade e sexo, propostos pela World Health Organization. O anticorpo anti-transglutaminase humana da classe imunoglobulina A (anti-tTG-IgA foi adotado como teste sorológico para triagem da doença celíaca e foi determinado pela técnica do ensaio imunoabsorvente ligado à enzima (ELISA. Foi realizada análise descritiva, utilizando-se a proporção e a média (desvio padrão. RESULTADOS: O sexo feminino predominou entre os adolescentes, e a maioria encontrava-se com adequado estado nutricional. O anticorpo anti-tTG-IgA foi positivo em 6/1.213 (0,49% adolescentes. CONCLUSÃO: A soroprevalência de doença celíaca entre os adolescentes estudados foi 0,49%. Novas investigações são necessárias para confirmar a prevalência de doença celíaca nessa faixa etária.

  19. Insatisfação corporal em adolescentes rurais e urbanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edio Luiz Petroski

    2009-12-01

    Full Text Available O objectivo do estudo foi identificar a prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal em adolescentes domiciliados nas areas rurais e urbanas, e analisar a influencia das variaveis demograficas e antropometricas na insatisfacao com a imagem corporal. Participaram do estudo 629 adolescentes de 13 a 17 anos, de areas urbanas e rurais. Foram coletadas informacoes demograficas (sexo, idade, area de domicilio, antropometricas (massa corporal, estatura, espessura de dobras cutaneas e imagem corporal. O IMC (baixo peso: <18,5kg/m2; eutrofico: entre 18,5-25,0kg/m2; excesso de peso: >25kg/m2 e somatorio de espessura de duas dobras cutaneas . ƒ°2DC (baixo: <16mm; ideal: de 16-36mm; alto: >36mm para mocas; baixo: <12mm; ideal: de 12-25mm; alto: >25mm, para rapazes foram derivados subsequentemente. A prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal foi similar (p.0,05 entre os adolescentes rurais (64,2% e urbanos (62,8%. Enquanto os rapazes desejavam aumentar a silhueta corporal (41,3%, as mocas, desejavam reduzir (50,5% (p<0,001. Os adolescentes com baixo peso e excesso de peso, pelo IMC, e aqueles com o ƒ°2DC alto, respectivamente, apresentaram 3,14, 8,45 e 2,08 vezes mais probabilidades de insatisfacao com a imagem. Elevada prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal foi observada em adolescentes da area rural e urbana. A inadequacao do estado nutricional e a adiposidade corporal aumentam as probabilidades de insatisfacao com a imagem corporal. Esses achados enfatizam a pressao social sobre o sexo feminino de almejar a magreza, e o masculino de ressaltar o sobrepeso desejando um porte atletico.

  20. Violência sexual e sua prevalência em adolescentes de Porto Alegre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Polanczyk Guilherme Vanoni

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência da exposição à violência sexual entre adolescentes estudantes de escolas estaduais. MÉTODOS: Foram selecionadas 52 escolas estaduais de Porto Alegre, RS, Brasil, com ensino fundamental completo, por meio de um processo de amostragem aleatória, estratificada de acordo com o tamanho das escolas. Foi selecionada, em cada escola, uma turma de oitava série por sorteio aleatório e foram incluídos todos os adolescentes presentes nas salas de aula que consentiram em participar do estudo. Foi utilizado o instrumento Triagem da Exposição de Crianças à Violência na Comunidade para identificar jovens que foram vítimas, testemunhas ou que conheciam vítimas de atos de violência sexual. RESULTADOS: Foram incluídos 1.193 adolescentes, representando 10,3% dos alunos matriculados na oitava série da rede estadual da cidade. Vinte e sete (2,3% adolescentes relataram ter sido vítimas de violência sexual, 54 (4,5% ter sido testemunhas de algum tipo de violência sexual e 332 (27,9% relataram conhecer alguém que tenha sido vítima de violência sexual. CONCLUSÕES: A exposição à violência sexual pelas três formas de contato relatadas mostrou-se freqüente entre os adolescentes estudados. São necessários estudos que abordem a violência sexual como um fenômeno social amplo, com múltiplos fatores associados, amparando estratégias comunitárias de prevenção e de tratamento.

  1. Violência sexual e sua prevalência em adolescentes de Porto Alegre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Vanoni Polanczyk

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência da exposição à violência sexual entre adolescentes estudantes de escolas estaduais. MÉTODOS: Foram selecionadas 52 escolas estaduais de Porto Alegre, RS, Brasil, com ensino fundamental completo, por meio de um processo de amostragem aleatória, estratificada de acordo com o tamanho das escolas. Foi selecionada, em cada escola, uma turma de oitava série por sorteio aleatório e foram incluídos todos os adolescentes presentes nas salas de aula que consentiram em participar do estudo. Foi utilizado o instrumento Triagem da Exposição de Crianças à Violência na Comunidade para identificar jovens que foram vítimas, testemunhas ou que conheciam vítimas de atos de violência sexual. RESULTADOS: Foram incluídos 1.193 adolescentes, representando 10,3% dos alunos matriculados na oitava série da rede estadual da cidade. Vinte e sete (2,3% adolescentes relataram ter sido vítimas de violência sexual, 54 (4,5% ter sido testemunhas de algum tipo de violência sexual e 332 (27,9% relataram conhecer alguém que tenha sido vítima de violência sexual. CONCLUSÕES: A exposição à violência sexual pelas três formas de contato relatadas mostrou-se freqüente entre os adolescentes estudados. São necessários estudos que abordem a violência sexual como um fenômeno social amplo, com múltiplos fatores associados, amparando estratégias comunitárias de prevenção e de tratamento.

  2. Aleitamento materno exclusivo atenua riscos cardiovasculares e estado inflamatório em adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Cristina Landi MASQUIO

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar o perfil inflamatório e o risco de doenças das artérias carótidas em adolescentes obesos de acordo com tempo de aleitamento materno exclusivo na infância, Métodos: Trata-se de estudo transversal realizado com 118 adolescentes obesos, A duração do aleitamento materno exclusivo foi obtida por meio de entrevista com os pais, A espessura da íntima-média da artéria carótida (EIMc foi estimada por ultrassonografia, Massa corporal, Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura (CC e pressão arterial foram mensurados, Dosagens séricas de glicose, insulina, colesterol total, LDL, adiponectina e leptina foram realizadas, A resistência insulínica foi determinada por meio do Homeostasis Model Assessment Insulin Resistance (HOMA-IR, Resultados: Adiponectina apresentou-se significativamente superior em adolescentes amamentados exclusivamente até os 6 meses, Por outro lado, a EIMc mostrou-se significativamente inferior nesses adolescentes, Massa corporal, IMC, gordura corporal, CC, insulina e HOMA-IR apresentaram-se significativamente inferiores em adolescentes que receberam aleitamento materno exclusivo até os seis meses comparados aos que não receberam, Insulina e HOMA-IR associaram-se com a massa corporal, IMC, CC e gordura corporal, As concentrações de leptina associaram-se negativamente com adiponectina e positivamente com gordura corporal e IMC, Pressão arterial sistólica e diastólica foram preditas positivamente pela massa corporal, IMC e CC, Conclusão: Adolescentes obesos amamentados exclusivamente por 6 meses apresentam um perfil antropométrico e metabólico e estado inflamatório mais atenuado, bem como menores riscos cardiovasculares, o que pode contribuir para redução de riscos de desenvolvimento de aterosclerose em longo prazo.

  3. Adolescentes em Atendimento Socioeducativo e Escolarização: Desafios Apontados por Orientadores Educacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raíssa Costa Faria de Farias Seabra

    Full Text Available Resumo O adolescente em cumprimento de medida socioeducativa em regime aberto possui o direito de frequentar a escola, que deve afetar positivamente sua formação global e desenvolvimento psicológico. Entretanto, a inserção e permanência desses adolescentes no ambiente escolar se mostram desafiadoras. Trata-se aqui de pesquisa exploratória que teve por objetivo o levantamento das estratégias pedagógicas adotadas para promover a inclusão e o sucesso acadêmico desses jovens, em quatro escolas do Distrito Federal. Participaram do estudo cinco orientadoras educacionais. As informações foram obtidas a partir de entrevistas semiestruturadas, e analisadas qualitativamente segundo sistema aberto de categorização. Os resultados apontaram dificuldades e possibilidades: a insuficiência de estratégias pedagógicas que atendam às especificidades destes alunos; precária interlocução entre atores do atendimento socioeducativo e a escola; motivação para o efetivo acompanhamento pedagógico dos adolescentes nas escolas; compreensão de que o ambiente escolar deve possibilitar o desenvolvimento integral dos estudantes.

  4. Fenomenologia das motivações do adolescente em conflito com a lei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clara Jost

    Full Text Available Este trabalho visa a avaliar as motivações mobilizadoras do comportamento do adolescente em conflito com a lei, adotando o conceito interativo do ato infracional. Entrevistas, individuais e semi-estruturadas, foram realizadas com adolescentes do sexo masculino, privados de liberdade. Os conteúdos obtidos foram organizados em núcleos temáticos, analisados fenomenologicamente e articulados às motivações subjacentes. Os resultados revelaram uma ambivalência vivencial que corrompe as subjetividades e fragmenta os relacionamentos intersubjetivos, forjando angústia existencial. Essa angústia se expressa em ações contra si mesmo e a sociedade. Pontua-se a necessidade de intervenções psicossociais que considerem o problema não somente a partir dos determinismos simbólicos e culturais que o engendram, mas que também incluam a busca de respostas desses adolescentes ao seu sofrimento humanístico-existencial.

  5. Ocorrência de diabetes melito em mulheres com hiperglicemia em gestação prévia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Márcia Rocha Gabaldi

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a freqüência com que ocorria intolerância à glicose (diabetes melito e tolerância à glicose diminuída em mulheres cuja gestação foi acompanhada e avaliada quanto à tolerância à glicose. MÉTODOS: Num período de até 12 anos da gestação-alvo, de um total de 3.113 gestantes acompanhadas em um serviço de obstetrícia, 551 foram selecionadas por meio de um processo randômico, proporcional à representação dos grupos. Foram avaliadas 529, assim constituídas: 250 normotolerantes à glicose, grupo IA; 120 com hiperglicemia diária, grupo IB; 72 com o teste oral de tolerância à glicose alterado, grupo IIA; e 87 com o teste oral de tolerância à glicose alterado e hiperglicemia diária, grupo IIB. A avaliação constava da medida da glicemia de jejum, que entre 110 e 125 mg/dL, era seguida pelo teste oral de tolerância à glicose. RESULTADOS: A freqüência de ocorrência de diabetes foi 1,6, 16,7, 23,6 e 44,8% nos grupos IA, IB, IIA e IIB, respectivamente (IA <[IB=IIA]mulheres do grupo IA diferiram das dos demais grupos em idade, paridade e história familiar de diabetes. CONCLUSÃO: Glicemias (perfil glicêmico elevadas assim como o teste oral de tolerância à glicose alterado durante a gestação são igualmente eficazes em predizer o futuro desenvolvimento de diabetes materno; quando ambos os testes são alterados, tal prognóstico se agrava significativamente.

  6. Avaliação da Vergonha em Adolescentes: ‘The Other as Shamer Scale’

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Cunha

    2017-11-01

    Full Text Available RESUMO A vergonha, entendida como uma emoção autoconsciente, multifacetada e socialmente focada, desempenha um papel central na saúde mental dos indivíduos. Nos adolescentes, é também uma experiência frequente, sendo importante a sua avaliação para a investigação e prática clinica. Este estudo pretende validar uma medida breve de vergonha externa (Escala de Vergonha Externa - Versão breve para Adolescentes [OASB-A]. Participaram 834 adolescentes com uma média de 15 anos. O modelo final da OASB-A (8 itens, obtido por meio da Análise Fatorial Confirmatória, apresenta um bom ajustamento aos dados, invariância para o sexo, boa consistência interna e fidedignidade temporal adequada. As correlações com as experiências traumáticas de vergonha (IES-R e sintomatologia psicopatológica (DASS-21 são significativas. A OASB-A é uma medida válida e econômica para avaliação da vergonha externa em adolescentes.

  7. Fatores associados a não realização de Papanicolau em mulheres quilombolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Vasconcelos Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar os fatores associados a não realização do exame de Papanicolaou entre as mulheres quilombolas residentes em Vitória da Conquista, Bahia. Foi utilizado delineamento de estudo transversal de base populacional, com inclusão de mulheres com idade de 18-64 anos. Foram realizadas análise descritiva e de associação univariada e multivariada utilizando modelo logístico multinomial. Mulheres que nunca realizaram o exame ou o realizaram há mais de três anos foram comparadas separadamente com aquelas que realizaram o exame há menos de três anos. De 348 mulheres incluídas na análise, 27,3% afirmaram nunca ter realizado o Papanicolaou. Foram associados de forma independente com nunca ter feito o exame: faixa etária de 18 a 29 anos e 50 a 59 anos, não ter instrução, não ter companheiro, buscar atendimento relacionado à saúde em unidades/estabelecimentos diferentes de seu local de residência e ter realizado exame clínico das mamas há três ou mais anos ou nunca tê-lo realizado. Os achados indicam uma necessidade de reflexão, com o objetivo de melhor enfrentamento dos fatores que se associam à não realização do exame Papanicolaou entre as mulheres quilombolas, sendo importante contemplar ações de prevenção para o câncer de colo uterino.

  8. Personalidade e comportamentos problema: um estudo comparativo com adolescentes em contexto escolar

    OpenAIRE

    Carvalho, Renato G.; Rosa F. Novo

    2014-01-01

    Neste estudo transversal analisámos a relação entre os comportamentos problema ao nível da indisciplina, desrespeito e conflituosidade dos adolescentes, em contexto escolar, e a personalidade e a psicopatologia, operacionalizadas nas dimensões PSY-5 do MMPI-A. Participaram no estudo 351 estudantes do 9º ao 12º ano, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos, distribuídos em três grupos diferentes, de acordo com o reporte da frequência de comportamentos problema. Os instrumentos foram a...

  9. Doença periodontal em adolescentes residentes no Vale do Jequitinhonha, Brasil

    OpenAIRE

    Emilio Prado da Fonseca

    2013-01-01

    O objetivo desse trabalho foi avaliar a condição gengival e os fatores relacionados em adolescentes de 15 a 19 anos de uma região brasileira economicamente desfavorecida. Para isso foi realizado um estudo transversal com amostra probabilística de 450 indivíduos em 13 municípios e quadras sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG). A condição gengival foi avaliada por um único examinador calibrado (Kappa0,85) entre abril e agosto de 2010 que utilizou o Índice Periodontal Comunitário (CPI) modific...

  10. Cuidar integral da equipe multiprofissional: discurso de mulheres em pré-operatório de mastectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Tamyres Santos do Nascimento

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a atuação da equipe multiprofissional, no que tange a preparação de mulheres em pré-operatório de mastectomia. Métodos: Trata-se de uma pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, realizada na clínica cirúrgica de um hospital público, em João Pessoa - PB. A amostra foi composta por sete mulheres que iriam se submeter à mastectomia. A coleta de dados foi iniciada após parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisa nº 751/10 e CAAE nº 0578.0.126.000-10, no período de fevereiro a maio de 2011, por meio da técnica de entrevista gravada. Resultados: Os dados obtidos foram analisados mediante a técnica do Discurso do sujeito coletivo, gerando quatro ideias centrais, destacando a atuação da equipe multiprofissional, contemplando orientações pertinentes ao procedimento cirúrgico, pré-operatórias, apoio psicológico, espiritual e nutricional. Conclusão: Conclui-se que existe a necessidade de uma maior integração da equipe multiprofissional, para propiciar melhor assistência à mulher no período pré-operatório de mastectomia.

  11. Violências e riscos psicossociais: narrativas de adolescentes abrigados em Unidades de Acolhimento do Rio de Janeiro, Brasil

    OpenAIRE

    Adriana Pedreira Botelho; Mayara Cristina Muniz Bastos Moraes; Ligia Costa Leite

    2015-01-01

    Este artigo é parte do resultado do Projeto de Extensão Juventude, Desafiliação e Violência, desenvolvido no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2008. Tem como objetivo apresentar, a partir da voz de adolescentes, experiências de violências vividas em três diferentes contextos: família, rua e unidades de acolhimento (UA). Foram entrevistados 30 adolescentes, que estavam abrigados em cinco UA, no município do Rio de Janeiro. Utilizou-se o enfoque qualitativo, ...

  12. Mulheres em idade fértil: causas de internação em Unidade de Terapia Intensiva e resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cátia Millene Dell Agnolo

    2014-08-01

    Full Text Available Introdução: Pacientes obstétricas representam uma fração significativa das admissões em unidades de cuidado intensivo e consistem em um desafio para a equipe. Objetivo: Analisar as principais causas de internação e morte materna de mulheres em idade fértil ocorridas em unidades de terapia intensiva de hospitais de um município do Noroeste do Paraná, Sul do Brasil. Métodos: Estudo exploratório, descritivo, retrospectivo, realizado com mulheres em idade fértil (10 a 49 anos internadas em três unidades de terapia intensiva existentes em um município do Noroeste do Paraná, por causas obstétricas e não obstétricas, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Resultados: Foram encontradas 775 internações de mulheres em idade fértil, com uma média de idade de 33,7±10,3 anos, com duração média de internação de 5,0±8,4 dias. A maior parte das mulheres era do município estudado (67,2%, com baixa escolaridade (nível primário, 68,2%. Entre as causas obstétricas de internação, a pré-eclâmpsia grave e a eclâmpsia se constituíram na principal causa (71,3%; a pielonefrite se destacou sob outras condições no período gestacional (53%. Não foi encontrada associação estatística entre internações por causas obstétricas em unidade de terapia intensiva e óbito. Conclusão: As causas não obstétricas representaram a maioria das internações de mulheres em idade fértil nas unidades de terapia intensiva do município, no período estudado e, entre as causas obstétricas, a pré-eclâmpsia grave e eclampsia constituíram a principal causa.

  13. Composição de ácidos graxos do leite materno em mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Y. Nishimura

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a composição de ácidos graxos do leite humano maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira. MÉTODOS: Amostras de leite materno maduro foram obtidas de 47 mulheres lactantes com idade entre 18 e 35 anos, que tiveram partos a termo e em aleitamento exclusivo ou predominante. A coleta de leite se deu a partir da 5ª semana pós-parto, por meio de ordenha manual. A composição de ácidos graxos do leite foi determinada por cromatografia gasosa. RESULTADOS: Verificou-se que a concentração de eicosapentaenoico (0,08% foi superior ao observado em estudos brasileiros prévios. Entretanto, o teor de docosahexaenoico (0,09% encontrado no leite humano foi um dos menores já verificados no mundo. O teor de ácidos graxos trans (2,05% foi similar ao relatado em estudos nacionais prévios à obrigatoriedade de declaração do teor deste em rótulos de alimentos, sugerindo que esta medida não surtiu efeito na redução de seu teor na dieta habitual das mulheres. CONCLUSÕES: Baixo teor de docosahexaenoico e elevada concentração de ácidos graxos trans foram verificados no leite materno maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira.

  14. O sentimento de vergonha em crianças e adolescentes com TDAH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Amaral Fernandes

    2014-06-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo compreender o julgamento do sentimento de vergonha em situações de violação às regras em crianças e adolescentes com diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH. As situações de violação às regras envolviam os pais, o professor e os pares. Participaram do estudo 20 crianças e adolescentes de ambos os sexos, com idades entre 11 e 14 anos que cursavam entre o 5º e 8º anos do Ensino Fundamental II de uma escola da rede particular de ensino e de uma instituição destinada ao diagnóstico e tratamento de crianças com queixa escolar. Os participantes foram subdivididos em dois grupos: Grupo 1 (G1 constituído por 10 crianças e adolescentes com diagnóstico de TDAH, apresentação predominantemente combinada, e o Grupo 2 (G2, formado por 10 crianças e adolescentes sem queixas comportamentais. O desenvolvimento moral e a compreensão do sentimento de vergonha foram investigados por meio de histórias hipotéticas. Em relação ao nível de desenvolvimento moral, os resultados apontaram que os participantes dos dois grupos encontram-se na autonomia moral ou em transição entre a heteronomia e autonomia, sem diferença entre eles, o que impossibilita a comparação desses dados e os voltados para a avaliação do sentimento de vergonha. Os resultados obtidos evidenciaram também diferenças entre os grupos no que se refere à compreensão do sentimento de vergonha em situações de violação às regras e também em relação aos envolvidos nas histórias (pais, professor e pares.

  15. A autoestima afeta a insatisfação corporal em adolescentes do sexo feminino?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo do estudo foi avaliar a influência da autoestima na insatisfação corporal de adolescentes do sexo feminino. Métodos: Participaram 397 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. Utilizou-se o Body Shape Questionnaire (BSQ para avaliar a insatisfação corporal. A Escala de Autoestima de Rosemberg foi utilizada para avaliar a autoestima. Foram mensurados peso corporal, estatura e dobras cutâneas. Esses dados antropométricos foram controlados nas análises estatísticas. Resultados: O modelo de regressão múltipla indicou influência das subescalas "autoestima positiva" (R2=0,16; p=0,001 e "autoestima negativa" (R2=0,23; p=0,001 nos escores do BSQ. A análise univariada de covariância demonstrou diferenças nos escores do BSQ (p=0,001 em razão dos grupos de autoestima. Conclusão: Concluiu-se que a autoestima influenciou a insatisfação corporal em meninas adolescentes de Juiz de Fora/MG.

  16. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Giron Uzunian

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes, maior será o fator de proteção contra o desenvolvimento de transtornos alimentares.

  17. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  18. Feminilidades em primeira pessoa: narrativas plurais,vivências singulares de mulheres nos "negócios"

    OpenAIRE

    Raquel Santos Soares

    2012-01-01

    O objetivo dessa tese foi analisar a construção de feminilidades de mulheres que atuam, como gestoras em organizações em geral. O construto de feminilidades foi tomado como o de identidades femininas de gênero, as quais entendidas como construções sociais e discursivas.Partindo do arcabouço teórico da Psicodinâmica do Trabalho, considerou-se que, devido à visão androcentrada do trabalho que é vigente na sociedade ocidental, um paradoxo costuma ser referido como inerente à construção de femini...

  19. Masculinidades no juizado de violência doméstica e familiar contra a mulher: performances em cena

    OpenAIRE

    Chagas Barboza Brasilino, Jullyane

    2010-01-01

    Como são performadas masculinidades e negociados posicionamentos em audiências de um Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher? foi a pergunta de pesquisa que orientou este trabalho. O Juizado foi instituído pela Lei 11.340/2006 (Maria da Penha), em cujo texto se destaca que as medidas integradas de prevenção devem ter, entre suas diretrizes, o respeito dos valores éticos e sociais da pessoa e da família, de forma a coibir os papéis estereotipados que legitimem ou exacerbem ...

  20. PORCIONAMENTO E CONSUMO DE SALADAS POR MULHERES COM DIETA GERAL EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Viganó CONTRI

    2010-09-01

    Full Text Available

    Avaliar o porcionamento e o consumo de saladas em mulheres com prescrição de dieta geral em uma unidade de internação hospitalar. Durante 3 dias foi avaliado o consumo de saladas de 38, 36 e 40 mulheres, respectivamente. A quantidade consumida foi calculada pela diferença entre o total ofertado e os restos dos pratos das pacientes avaliadas. A variação do porcionamento foi caracterizada e comparada com a porção padrão da instituição (30g. No terceiro dia, foi aplicado um questionário estruturado em 27 pacientes, a fi m de descrever hábito de consumir salada e satisfação em relação à quantidade e aos aspectos sensoriais, por uma escala de avaliação subjetiva de Likert, avaliada por análise de correspondência. O consumo médio variou de 75 a 88% do total oferecido. Houve variação do porcionamento médio em relação ao padrão nos três dias, com oferta de -47,4% em um dia e +33,1% em outro. O consumo diário de saladas foi relatado por 92% das mulheres, sustentado pela ingestão intra-hospitalar e evidenciado pela aceitação total da porção oferecida por 81% delas. Em relação à satisfação, a quantidade de salada oferecida foi o item que teve maior grau de insatisfação (“ruim”; variedade e sabor tiveram satisfação regular; e temperatura, consistência e aspecto visual apresentaram maior grau de satisfação (“bom”. Houve variação no porcionamento entre os dias e consumo total da porção pela maioria das mulheres. A quantidade padronizada de saladas para a dieta geral foi considerada baixa, de acordo com a avaliação da satisfação das participantes do estudo.

  1. Prevalência e fatores sociodemográficos associados à fragilidade em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Costa Souto Duarte

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo transversal, que objetivou de estimar a prevalência de fragilidade em mulheres idosas, residentes no município de João Pessoa, Paraíba, Brasil; e identificar possíveis associações entre a fragilidade e as variáveis sociodemográficas. A amostra foi composta por 166 idosas, entrevistadas nos domicílios, entre abril e junho de 2011. Para a coleta dos dados, utilizou-se instrumento estruturado com questões relativas às variáveis sociodemográficas e à Edmonton Frail Scale. A análise descritiva dos dados, realizada pelo programa SPSS 15.0, mostrou que a maioria das idosas (60,8% evidenciava algum grau de fragilidade. Entre elas, 21,7% eram aparentemente vulneráveis, 23,5%, com fragilidade leve, 7,8%, moderada, e 7,8%, e grave. Verificou-se associação do fenômeno com idade, escolaridade e renda, condições sobre as quais os enfermeiros devem atuar com vistas à prevenção do evento.

  2. Processos de resiliência em adolescentes com diabetes Melittus tipo I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Cassarino-Perez

    2015-01-01

    Full Text Available Este estudo investigou processos de resiliência em adolescentes com diabete melito tipo 1 (DM1, identificando fatores de risco e proteção por meio de estudos de caso múltiplos. Participaram três adolescentes, uma menina e dois meninos, entre 13 e 14 anos, pacientes de um serviço especializado em diabetes, e suas mães. Os instrumentos utilizados foram entrevistas semiestruturadas e o mapa dos cinco campos. As entrevistas tinham por objetivo investigar os cuidados com a saúde, o enfrentamento da doença, benefícios e prejuízos da mesma, além das características individuais e os planos de futuro dos adolescentes. A análise qualitativa de conteúdo se deu com auxílio do software WebQDA, e com base na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Constatou-se que fatores de proteção como apoio social, vinculação afetiva e características pessoais de autoestima, otimismo e altruísmo, contribuíram para a manifestação de processos de resiliência. Destaca-se a importância de fortalecer a rede de apoio como fator de proteção para o enfrentamento do DM1, principalmente por meio da integração entre os diferentes contextos nos quais o adolescente está inserido.

  3. Mulher climatérica: uma proposta de cuidado clínico de enfermagem baseada em ideias freireanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Rejane Pinheiro Maciel Vidal

    2012-08-01

    Full Text Available O estudo objetiva dialogar entre os conceitos cuidar e educar e propor uma estratégia de educação em saúde como possibilidade de cuidado clínico de Enfermagem para mulheres no climatério baseada nos princípios educativos de Paulo Freire. Ao longo dos anos, diferentes paradigmas de Educação em Saúde são condicionados por diferentes estratégias, muitas delas reducionistas, o que requer questionamentos e implementação de ações mais integrantes e participativas. A partir deste pensamento, buscamos uma possibilidade de educação que contemple o Outro em sua complexidade, possibilitando que a mulher em sua fase climatérica possa também ser assistida de forma integral. Neste cenário, visualizamos os princípios de Paulo Freire como marco norteador para este desenvolvimento, por ele mostrar uma educação dialogada, solidária, sem arrogância, articulando o saber científico com o conhecimento popular, traduzindo seu método em um trabalho coletivo.

  4. Corporeidade do ser adolescente com câncer na perspectiva da sexualidade

    OpenAIRE

    Debora Dalegrave

    2013-01-01

    Trata-se de estudo da linha de pesquisa Fundamentos e Práticas de Enfermagem em Saúde da Mulher, Criança, Adolescente e Família, vinculado ao Grupo de Estudos do Cuidado à Saúde nas Etapas da Vida (CEVIDA) do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O objetivo foi conhecer as percepções do ser adolescente com câncer sobre a corporeidade na perspectiva da sexualidade. Visando mostrar a união de dois conceitos, amplame...

  5. Consumo de alcohol y autoestima en adolescentes Consumo de álcool e autoestima em adolescentes Alcohol consumption and self esteem in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Álvarez Aguirre

    2010-06-01

    Full Text Available La presente investigación tuvo como objetivo analizar la relación entre el nivel de autoestima y el consumo de alcohol en los adolescentes, a través de la realización de un estudio descriptivo transversal, en una facultad de enfermería en la ciudad de Querétaro, en México, en el mes de julio de 2008, en una muestra de 109 adolescentes, entre 17 y 20 años. Para la obtención de los datos fueron aplicados dos instrumentos: AUDIT y Cuestionario de autoestima de Rosemberg. La mayoría de los adolescentes participantes tuvieron la autoestima elevada (94.5%, ninguno presentó autoestima baja. El 80.7% de los adolescentes del estudio no tiene riesgo de consumo de alcohol. Se concluye que la mayoría de los adolescentes presentaron una elevada autoestima y tuvieron riesgo bajo de consumo de alcohol. Por lo que se sugiere implementar programas preventivos con respecto al consumo de alcohol y factores protectores a fin de que los adolescentes continúen con un estilo de vida saludable.O presente estudo teve como objetivo analisar a relação entre o nível de autoestima e o consumo de álcool em adolescentes, através da realização de estudo descritivo transversal, em uma faculdade de enfermagem de Queretaro, México, no mês de julho de 2008, com amostra de 109 adolescentes, entre 17 e 20 anos. Para obtenção dos dados, foram aplicados dois instrumentos, o AUDIT e o questionário de autoestima de Rosemberg. A maioría dos adolescentes participantes tinha autoestima elevada (94,5%, nenhum apresentou baixa autoestima. Nesta amostra, 80,7% dos adolescentes não possui risco para consumo de álcool. Conclui-se que os adolescentes apresentaram elevada autoestima e baixo risco para o consumo de álcool. Portanto, é necessário implementar programas preventivos relacionados ao consumo de álcool e identificar os fatores protetores para garantir a manutenção de hábitos saudáveis pelos adolescentes.The aim of this study was to analyze the

  6. Avaliação da prevalencia de depressão em mulheres com endometriose atraves do BDI

    OpenAIRE

    Carolina Lorençatto

    2003-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi comparar a prevalência de depressão entre mulheres portadoras de endometriose com e sem queixa de dor pélvica crônica através do Inventário de Depressão de Beck. Para tal, foram entrevistadas 100 mulheres com diagnóstico cirúrgico de endometriose, divididas igualmente em dois grupos: com e sem dor. A depressão foi avaliada e classificada através do Inventário de Depressão Beck, sendo utilizado para análise estatística das variáveis o teste qui-quadrado, a A...

  7. Frequência do polimorfismo da glicoproteína IIIa de plaquetas (PlA2) em mulheres com diabetes mellitus tipo 2

    OpenAIRE

    Soares, Anna L.; Sousa, Marinez O.; Fernanda R. Freitas; Borges, Michelle A. R.; Rosário,Pedro W.; Lages, Geralda F. G.; Cardoso, Jarbas E.; Borges, Karina B.G.; Fernandes,Ana Paula S. M.; CARVALHO,Maria das Graças

    2009-01-01

    O polimorfismo da glicoproteína IIIa de plaquetas está associado a um aumento no risco de doenças arteriais coronarianas. Mulheres com diabetes mellitus tipo 2 apresentam um aumento de cinco vezes no risco para doenças arteriais coronarianas quando comparadas com mulheres não-diabéticas. O objetivo do presente estudo foi verificar a frequência do polimorfismo da glicoproteína IIIa (PlA2) em mulheres com diabetes mellitus tipo 2 e comparar com a frequência descrita na literatura. A análise do ...

  8. Qualidade de vida em mulheres após tratamento da incontinência urinária de esforço com fisioterapia

    OpenAIRE

    Rett,Mariana Tirolli; Simões,José Antonio; Herrmann,Viviane; Gurgel,Maria Salete Costa; Morais,Sirlei Siani

    2007-01-01

    OBJETVO: comparar a qualidade de vida (QV) antes e após tratamento fisioterápico de mulheres com incontinência urinária de esforço (IUE). MÉTODOS: ensaio clínico não controlado com 26 mulheres com queixa clínica predominantemente de IUE. Foram excluídas mulheres na pós-menopausa, com hiperatividade do detrusor, com cistocele grau II ou maior e tratamento cirúrgico/conservador anterior. O tratamento fisioterápico constituiu-se em 12 sessões individuais de cinesioterapia do assoalho pélvico ass...

  9. A AUTO-ESTIMA EM ADOLESCENTES COM E SEM FISSURAS DE LÁBIO E/OU DE PALATO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrade Denise de

    2001-01-01

    Full Text Available O auto-conceito é um determinante importante da auto-estima, entre homens e mulheres, isto nos fez refletir sobre o processo de reabilitação das pessoas portadoras de malformação. Utilizamos para mensurar o nível de auto-estima a escala de Janis e Field. Entrevistou-se 608 adolescentes sendo 235 com e 373 sem fissuras de lábio e/ou de palato, entre idades de 17 a 20 anos e de ambos o sexos. Analisando os níveis de auto-estima concluímos que o grupo de adolescentes com fissuras se comporta de forma diferente do grupo sem fissura, ou seja, os portadores de fissuras exibem menores escores de auto-estima.

  10. Submissão e subversão : a complexidade dos relacionamentos entre homens e mulheres em alguns contos de Marina Colasanti

    OpenAIRE

    Angela Simone Ronqui Oliva

    2016-01-01

    Esta tese tem o objetivo de verificar a temática da complexidade dos relacionamentos entre homens e mulheres, presente em alguns contos de Marina Colasanti, escritora contemporânea da literatura brasileira. Parte-se da premissa que a autora, durante quarenta anos de produção literária (1975-2015) percorre, reiteradamente, esse tema em sua produção contística. Sendo assim, a fundamentação teórica da pesquisa foi baseada em estudos acerca da relação entre homens e mulheres, principalmente, na H...

  11. Experiências em morbidade maternal grave: estudo qualitativo sobre a percepção de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Vitti Ribeiro da Silva

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: conhecer e analisar as vivências de mulheres que desenvolveram um episódio de Morbidade Materna Grave. Método: trata-se de um estudo qualitativo, no qual foram entrevistadas 16 mulheres internadas em hospital de nível terciário, em decorrência deste estado mórbido. Utilizou-se a análise de conteúdo no tratamento dos dados. Resultados: Foram identificadas duas categorias: "Compreendendo a morbidade materna como uma presença negativa" e "Seguir em frente: em alerta constante". Foram mencionados pelas entrevistadas aspectos negativos, como dificuldades do tratamento e hospitalização, sentimentos de medo, preocupação com o feto, frustração da gravidez idealizada, trauma; e aspectos positivos, como aprendizado e expressão da vontade divina na experiência da enfermidade. Conclusão: o cuidado efetivo no pré-natal, parto e puerpério deve prover suporte adequado para prevenção e assistência na Morbidade Materna Grave.

  12. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araujo, Renata Brasil

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30 e 60 minutos (n = 30 de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B, Fagerström Test for Nicotine Dependence e University of Rhode Island Change Assessment Scale. Observou-se correlação (p < 0,005 entre: Pré-Contemplação e total de pontos do QSU-B (r = 0,465; Pré-Contemplação e Fator 2 (r = 0,485; e Manutenção e Fator 2 (r = 0,385. Conclui-se que, enquanto as mulheres em Pré-Contemplação apresentaram aumento global do craving, com forte influência do reforço negativo do tabaco, as em Manutenção, somente tiveram aumento do craving associado ao reforço negativo, sendo, esta informação, útil ao ser planejado o tratamento para esta clientela

  13. Reflexo pudendo-anal em mulheres normais Pudendo-anal reflex in normal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo de Aguiar Cavalcanti

    2004-09-01

    Full Text Available São descritas observações do registro do reflexo pudendo-anal em mulheres sem queixas de incontinência urinária. Foram estudadas 31 voluntárias adultas, com estimulação elétrica bilateral e independente do clitóris e registros de superfície em ambos os lados do músculo esfíncter externo do ânus (EEA. As respostas foram obtidas com pulsos duplos de 0,2 ms de duração e intervalos de 5 ms, aplicados a uma freqüência menor que 0,5 Hz. Foram medidas as latências iniciais das respostas. Não foram evidenciadas diferenças entre as respostas obtidas de cada lado do EEA e nem entre os lados, com relação aos estímulos. Uma das voluntárias não apresentou respostas após estimulação de um dos lados. Não foram observadas diferenças relacionadas a paridade total e nem com a presença de partos vaginais. A idade e o índice de massa corpórea não se correlacionaram com as respostas. Em 12% das respostas, a medida das latências foi dificultada pela baixa relação sinal-ruído.The pudendo-anal reflex was studied in a sample of 31 normal women. Responses were obtained after bilateral independent stimulation of the clitoris, with surface recordings from both sides of the external anal sphincter. Reponses were elicited with double-pulses of 0,2 ms duration with a interstimulus interval of 5 ms, frequency of stimulation was lower than 0,5 Hz. A minimal of four responses were recorded after supramaximal stimulation. In one volunteer no response was recorded after unilateral stimulation. Latencies of the responses from the right and left sides of the anal sfincter after right and left stimulation were 36.35±6.37, 36.28±6.23, 35.88±4.68, 36.44±4.45ms, respectively. No relation was detected between latencies and age, body mass index and parity (considering either total parity or vaginal delivery only. In 12% of the recordings uncertainty was introduced in the latency measurements related to a poor signal-noise ratio.

  14. Adolescentes em cena: uma proposta educativa no campo da saúde sexual e reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia de Souza

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever a experiência sobre a elaboração de material educativo, no formato de performance teatral criada e encenada por adolescentes, como estratégia para a obtenção de uma atitude reflexiva e autônoma desses sujeitos, no campo afetivo-sexual e reprodutivo. Processo de intervenção e de investigação desenvolvido em uma escola pública de Belo Horizonte - Minas Gerais, Brasil - com 12 estudantes de 14 a 18 anos. A análise baseou-se no método de educação pela experiência, de John Dewey. Foram realizadas 23 oficinas até a produção do espetáculo e do vídeo Sexo sim, Doença Não, exibido para alunos do ensino médio. A produção de tecnologias educativas, construída pelos próprios adolescentes, possibilitou a ampliação de suas vivências e a re-significação de conhecimentos. Também auxiliou a compreensão da realidade cotidiana desses sujeitos, permitindo a ligação entre o interno (o pensamento do adolescente e o externo (que concretiza os fenômenos sociais no campo afetivo-sexual e reprodutivo.

  15. Estudo de validação e fidedignidade de escalas de silhuetas brasileiras em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Laus

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a validade de construto e a fidedignidade das escalas de silhuetas de Kakeshita (2008 em adolescentes brasileiros. Após a condução do teste-reteste em 112 participantes com intervalo de um mês, os resultados demonstraram que as escalas foram capazes de discriminar os diferentes grupos de estado nutricional em ambos os sexos; apresentaram coeficientes de correlação entre IMC real, IMC atual e insatisfação e coeficientes de correlação intraclasse elevados, comprovando que o instrumento é apropriado para avaliar a imagem corporal nessa faixa etária.

  16. Vivendo em contexto de violência: o caso de um adolescente

    OpenAIRE

    Lordelo Lia da Rocha; Bastos Ana Cecília de Sousa; Alcântara Miriã Alves Ramos de

    2002-01-01

    Este trabalho integra um estudo longitudinal, explorando nexos entre uma história marcada cotidianamente pela violência doméstica e urbana e a construção social de uma cultura pessoal em um adolescente de 14 anos, o segundo dos três filhos de uma família matrifocal. Apoiou-se em entrevistas semi-estruturadas realizadas em diferentes períodos do estudo. Na análise, caracteriza-se um processo de construção social do envolvimento com a violência (na condição de vítima e de agressor), destacando-...

  17. Vivendo em contexto de violência: o caso de um adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lordelo Lia da Rocha

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho integra um estudo longitudinal, explorando nexos entre uma história marcada cotidianamente pela violência doméstica e urbana e a construção social de uma cultura pessoal em um adolescente de 14 anos, o segundo dos três filhos de uma família matrifocal. Apoiou-se em entrevistas semi-estruturadas realizadas em diferentes períodos do estudo. Na análise, caracteriza-se um processo de construção social do envolvimento com a violência (na condição de vítima e de agressor, destacando-se o contexto sociocultural imediato, estruturado por situações adversas como pobreza, conflitos intra-familiares e sociais e, especificamente, violência, todos estes formando o que se poderia chamar de ecologia propiciadora de atos violentos.

  18. Perigo, aventura e liberdade: discurso sobre risco em adolescentes autores de atos infracionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Dias Gomes

    2016-12-01

    Full Text Available Partindo da teoria histórico-cultural e da metalinguística bakhtiniana, foram estudados os sentidos e significados de risco e liberdade com adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação. As produções textuais e imagéticas de uma oficina temática foram analisadas com base nas três tradições discursivas sobre risco propostas por Mary Jane Spink e no conceito de liberdade em Vygostky. Os resultados mostram que a vivência do risco-aventura surge em relação com o conceito vygotskiano de liberdade, uma vez que poder arriscar-se manifesta uma operação mínima de domínio de si, não vivenciada no contexto de internação.

  19. Fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina de Castilhos Teixeira

    2017-05-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Identificar os fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares. Método Estudo transversal realizado em 2014 com 864 adolescentes do ensino médio do sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de instrumento com questões sociodemográficas, da aplicação da Escala de Fagerström e do Inventário de Depressão de Beck, sendo analisados por estatística descritiva, testes Exato de Fisher, Qui-quadrado, Mann-Whitney, T e Regressão de Poisson. Resultados Cinquenta e quatro adolescentes iniciaram o comportamento tabágico, desses 35 continuam fumando, com elevada dependência de nicotina. Estiveram associados ao tabagismo: cor parda (p=0,020, famílias monoparentais (p=0,006, regular relação familiar (p=0,003 e familiares usuários de drogas (p=0,04. Apresentaram razão de prevalência significativamente maior: masculino (p=0,038, maior renda familiar (p>0,001, morar com um membro da família (p>0,001, relação familiar regular (p>0,001. Conclusões Os fatores identificados como associados à iniciação tabágica, demonstram que existe a necessidade de construir apoio para estratégias de educação em saúde a fim de mudar esta realidade.

  20. Violência consentida: mulheres em trabalho de parto e parto Consented violence: women in labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Regina Wolff

    2008-09-01

    Full Text Available O parto é um evento que integra a vivência reprodutiva da mulher e seu parceiro. Os profissionais de saúde são coadjuvantes dessa vivência, desempenhando um importante papel ao colocar seu conhecimento a serviço do bem-estar da mulher e do bebê, ajudando-os no processo de parturição e nascimento de forma saudável, humana e humanizadora. Este trabalho traz uma secção da tese de doutorado de uma das autoras, com o objetivo de denunciar como se dá a assistência em muitas das instituições de saúde, e que revela como várias das circunstâncias a que a mulher está sujeita no processo de parturição se caracterizam por ações de não cuidado e/ou como desumanização. Nesse recorte destacou-se os depoimentos de parturientes que evidenciaram o não cuidado e/ou a desumanização da assistência à mulher em trabalho de parto e parto. Os relatos evidenciaram um tipo especial de violência de gênero na área da saúde, uma violência consentida, conforme opinião das autoras, que ocorre com mulheres em trabalho de parto e parto.Delivery is an event that is part of the reproductive experience of a woman and her partner. Health professionals play an important role in that experience by putting their knowledge in the service of the woman's and her baby's welfare and helping them in the childbirth process in a healthy as well as humanized manner. The present study is a section of the doctoral dissertation of one of the authors and the objective was to reveal how assistance is provided at some health institutions. Several circumstances to which the woman in labor is subject are characterized by actions that were considered as non-care and/or dehumanization. This section of the dissertation shows a special type of gender violence in the health area, a consented violence, according to the authors' opinion, which occurs with women in labor and delivery.

  1. A atenção em saúde mental aos adolescentes em conflito com a lei no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilson do Rosário Costa

    Full Text Available Resumo O trabalho analisa a utilização de medicamentos psicoativos por adolescentes infratores em unidades socioeducativas (USES no Brasil. Descreve as diretrizes da política pública nacional e a qualidade da coordenação da atenção em saúde mental pelos governos subnacionais. O artigo tem como hipótese que a governança verticalizada da USES está associada à utilização de medicação psicoativa. O modelo da pesquisa foi estudo comparado dos casos do Rio Grande do Sul (RS e Minas Gerais. Os dados resultaram da coleta em prontuários e entrevistas com informantes-chave. O artigo demonstra que a governança vertical observada no RS está associada à alta prevalência de diagnósticos de transtorno mental, uso de medicamentos psicoativos e de medicalização psiquiátrica pelos adolescentes privados de liberdade. As evidências revelam que as sanções de privação de liberdade por atos infracionais produzem decisões de medicalização que ameaçam o direito dos adolescentes no campo da saúde. As diretrizes da política nacional incentivam escolhas mais cautelosas. As psicoterapias e as ações de reabilitação são as intervenções de primeira linha defendidas. O manejo pouco cuidadoso da intervenção psicofarmacológica favorece a múltiplas prescrições.

  2. Reincidência da gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inez Sampaio Nery

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, tornando-se mais grave em virtude da reincidência. De 1,1 milhões de parturientes adolescentes, 25% tem um filho. Objetivou-se analisar os fatores sócio-econômico-cultural e obstétrico da reincidência de gravidez na adolescência em Teresina, PI, Brasil por meio de um estudo interrelacional retrospectivo. A amostra incluiu 464 jovens que finalizaram uma gestação no primeiro quadrimestre de 2006. Destas, 47,6% encontrava-se em união consensual; 69,6% fora da escola; 86,9% com escolaridade inadequada para a idade; 72,2% sem trabalho remunerado. Este perfil evidencia a escassez de políticas públicas que contemplem o adolescente. A elaboração e efetivação dessas políticas deveriam incluir família, escola e comunidade para redução dos indicadores de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis

  3. Literacia em saude mental de adolescentes e jovens portugueses sobre abuso de alcool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Manuel de Jesus Loureiro

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar a literacia em saúde mental de adolescentes e jovens relativamente ao consumo abusivo de álcool, nas diversas componentes do conceito de literacia. MÉTODOS: Estudo descritivo-exploratório, em que foi aplicado o QuALiSMental a uma amostra representativa de 4.938 adolescentes e jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 24 anos, que frequentam escolas do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário da região centro de Portugal. RESULTADOS: O reconhecimento da vinheta do consumo abusivo de álcool pelos participantes é elevado (72,4%, ainda que seja também identificado como alcoolismo (70,3%, o que no entanto indica a percepção do problema como grave. Os participantes apresentam níveis modestos de literacia nas restantes componentes, preferindo as fontes informais de ajuda. CONCLUSÃO: Conclui-se que há necessidade de implementação de programas nas escolas que promovam a literacia em saúde mental, para adoção de comportamentos saudáveis nos jovens, que os transferem para a idade adulta.

  4. Reincidência da gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inez Sampaio Nery

    2011-02-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, tornando-se mais grave em virtude da reincidência. De 1,1 milhões de parturientes adolescentes, 25% tem um filho. Objetivou-se analisar os fatores sócio-econômico-cultural e obstétrico da reincidência de gravidez na adolescência em Teresina, PI, Brasil por meio de um estudo interrelacional retrospectivo. A amostra incluiu 464 jovens que finalizaram uma gestação no primeiro quadrimestre de 2006. Destas, 47,6% encontrava-se em união consensual; 69,6% fora da escola; 86,9% com escolaridade inadequada para a idade; 72,2% sem trabalho remunerado. Este perfil evidencia a escassez de políticas públicas que contemplem o adolescente. A elaboração e efetivação dessas políticas deveriam incluir família, escola e comunidade para redução dos indicadores de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis

  5. Soroprevalência de hepatite A em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jandrei R. Markus

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a soroprevalência de hepatite A (VHA em crianças e adolescentes com idade entre 1 e 14 anos, e identificar fatores associados à infecção prévia. MÉTODO: Estudo epidemiológico transversal, realizado entre fevereiro e agosto de 2006, em Curitiba, Paraná, Brasil, e em sua região metropolitana. A análise laboratorial constituiu-se de pesquisa qualitativa de anticorpos totais para o VHA em amostra de sangue total. RESULTADOS: No estudo, 901 crianças e adolescentes foram incluídos. A distribuição por faixa etária foi: 237 (26,3% entre 1 e 4 anos; 313 (34,7% entre 5 e 9 anos; e 351 (39% entre 10 e 14 anos. A taxa de soroprevalência geral encontrada foi de 19,8%, e por grupo etário foi de 3, 21,1 e 29,9% (p < 0,01, respectivamente. Na análise multivariada, demonstrou-se que os fatores que, em conjunto, mantiveram associação positiva com as prevalências de anticorpos contra o VHA na população estudada foram: faixa etária de 5 a 9 e 10 a 14 anos, morar em casas com um ou mais habitantes por cômodo, frequentar refeitório comunitário e ter baixa renda per capita. CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram uma baixa prevalência de anticorpos contra o VHA, o que justifica o uso de medidas profiláticas, que incluem a vacinação precoce.

  6. Violência, culpa e ato: causas e efeitos subjetivos em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Figueiredo Carneiro

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um relato de pesquisa realizada sobre a violência e o adolescente, evidenciando o objetivo, as causas e os efeitos subjetivos que desencadeiam a violência na atualidade. Apresenta também uma investigação qualitativa com referencial teórico-conceitual da psicanálise, em destaque os conceitos de mal-estar, lei, anomia, limites, laços sociais, necessidade, desejo, culpa, passagem ao ato, individualismo, discurso capitalista, amor, vida e morte. Foram utilizados fotografias e fragmentos de filmes apresentados aos adolescentes inseridos no projeto Pró-jovem, desenvolvido na cidade de Maracanaú, Ceará, Brasil. As análises confirmaram os pressupostos da pesquisa de que a violência guarda relação direta com a ineficácia dos discursos normativos, que a culpa não comparece em consequência dos atos desfechados contra o próximo e que o sujeito não se guia por uma referência mítica do representante da lei.(* Colaboradores da pesquisa: doutora Marta Gerez Ambertín (Universidad de Santiago del Estero - Argentina; mestra em Psicologia Márcia Batista dos Santos (Universidade de Fortaleza - Brasil; alunos de Mestrado em Psicologia: Thiago Costa Matos Carneiro da Cunha (Labio, Rossana Vaz Borja (Labio, Carla Renata Braga de Souza (Labio/Leipcs, Lisieux D’Jesus Luzia de Araújo Rocha (Labio/Otium - Universidade de Fortaleza - Brasil; graduado em Psicologia Marcus Vinicius Ximenes Rocha (Universidade de Fortaleza – Brasil; bolsista de I. C. CNPq: Ricardo Pinheiro Maia Júnior; bolsista de I. C. Funcap: Rayana Silva Lima (Universidade de Fortaleza. Projeto apoiado pelo CNPq por meio de Bolsa de Produtividade em Pesquisa concedida ao Prof. Dr. Henrique Figueiredo Carneiro.

  7. Violência, culpa e ato: causas e efeitos subjetivos em adolescentes

    OpenAIRE

    Henrique Figueiredo Carneiro; Colamoradores*

    2010-01-01

    Este trabalho apresenta um relato de pesquisa realizada sobre a violência e o adolescente, evidenciando o objetivo, as causas e os efeitos subjetivos que desencadeiam a violência na atualidade. Apresenta também uma investigação qualitativa com referencial teórico-conceitual da psicanálise, em destaque os conceitos de mal-estar, lei, anomia, limites, laços sociais, necessidade, desejo, culpa, passagem ao ato, individualismo, discurso capitalista, amor, vida e morte. Foram utilizados fotografia...

  8. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    OpenAIRE

    Uzunian, Laura Giron; Vitalle, Maria Sylvia de Souza

    2015-01-01

    Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com a...

  9. Estudo dos mecanismos de escrita em adolescentes psicóticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laurent Combres

    2005-01-01

    Full Text Available Estudamos os mecanismos das práticas de escrita, especificamente, a dos adolescentes psicóticos. Uma prática clínica em ateliê (de escrita mostra que escrever pode tratar a doença mental, considerando-a uma falta de inscrição social do sujeito. Nossa hipótese articula a palavra e o escrito como os reflexos da inscrição do sujeito na linguagem e a inscrição social como uma função especial dos mecanismos da linguagem.

  10. Estresse e ansiedade em mulheres inférteis Stress and anxiety in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone da Nóbrega Tomaz Moreira

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a freqüência de estresse e níveis de ansiedade em mulheres inférteis, de forma a obter subsídios para uma orientação psicológica específica. MÉTODOS: estudo transversal envolvendo 152 mulheres inférteis (média de idade 30,3±5,4anos, e 150 controles saudáveis (25,7±7,9 anos. Todas as voluntárias foram avaliadas com a aplicação do Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp e Inventário de Ansiedade Traço-Estado. As variáveis dependentes foram: freqüência de estresse e escores de ansiedade (estado e traço. A análise estatística compreendeu a utilização dos testes chi2 e Mann-Whitney, além de regressão logística para testar associações entre as variáveis dependentes e fatores de risco considerados. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: a freqüência de estresse foi maior no grupo infertilidade em relação ao grupo controle (61,8 e 36,0%, respectivamente, no entanto, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos com relação às fases do estresse e tipo de sintomatologia predominante. Em relação à ansiedade, não houve diferenças significativas entre os grupos infertilidade e controle quanto às medianas dos escores de estado (39,5 e 41,0, respectivamente e traço (44,0 e 42,0, respectivamente de ansiedade. No grupo infertilidade, os fatores de risco associados significativamente com estresse ou ansiedade foram: desconhecimento do fator causal, fase de investigação diagnóstica e ausência de filhos advindos de outros casamentos. CONCLUSÕES: as mulheres inférteis estão mais vulneráveis ao estresse, no entanto, são capazes de responder aos eventos estressores de forma adaptativa, sem comprometimentos mais sérios nas áreas física e psicológica.PURPOSE: to assess the frequency of stress and anxiety levels in infertile women, in order to obtain data for specific psychological intervention. METHODS: a cross-sectional study involving 152 infertile

  11. Infecção por Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae em mulheres atendidas em serviço de planejamento familiar Chlamydia trachomatis and Neisseria gonorrhoeae among women in a family planning clinic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Maria dos Santos Fernandes

    2009-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: estudar a prevalência de infecções por Chlamydia trachomatis (CT e Neisseria gonorrhoeae (NG entre mulheres adolescentes e jovens em ambulatório de planejamento familiar. MÉTODOS: um total de 230 mulheres com idade menor ou igual a 24 anos e antecedente de até quatro parceiros sexuais foram acompanhadas por até 48 meses, com coletas de urina para pesquisa de CT e NG pelo método da reação em cadeia da polimerase nos meses 1, 12, 24, 36 e 48. As variáveis estudadas foram faixa etária, escolaridade, estado marital, número de gestações, abortos e filhos vivos, idade de início da vida sexual, uso anterior e atual de condom, uso anterior de dispositivo intrauterino, número de parceiros nos últimos seis meses e tempo de seguimento. Realizou-se análise bivariada das variáveis segundo os testes positivos para CT e NG e análise múltipla por regressão logística. RESULTADOS: a frequência de infecções por CT foi de 13,5% e por NG de 3%, duas mulheres apresentaram ambos os testes positivos. O antecedente de uso de dispositivo intrauterino foi associado aos testes positivos para NG. CONCLUSÕES: as prevalências de infecção por CT e NG foram altas na faixa etária estudada e o rastreamento de mulheres jovens deve ser considerado em nossos serviços para controle da disseminação e prevenção de sequelas das doenças sexualmente transmissíveis.PURPOSE: to study infection prevalence by Chlamydia trachomatis (CT and Neisseria gonorrhoeae (NG, among adolescent and young women in a family planning outpatient clinic. METHODS: a total of 230 women up to 24 years old and history of up to four sexual partners have been followed-up for 48 months, with urine collection to search CT and NG, by the polymerase chain reaction method at the 1st, 12nd, 24th, 36th and 48th months. The variables studied were age group, schooling, marital status, number of gestations, abortions and children alive, age at the onset of sexual life, previous

  12. Prevalência de DST, padrão de comportamento e aspectos relacionados a saude reprodutiva das mulheres atendidas em unidade básica de saúde em Vitória, ES

    OpenAIRE

    Barcelos, Mara Rejane Barroso

    2005-01-01

    Medidas preventivas e assistenciais para mulheres são importantes para a saúde pública. Os riscos associados com a saúde das mulheres incluem gravidez e maior chance de contrair DST, incluindo AIDS. Descrever a prevalência de DST, o perfil de comportamento e os aspectos relacionados à saúde reprodutiva das mulheres residentes em uma região de saúde do Município de Vitória, Brasil. Estudo transversal realizado de julho de 2003 a març o de 2004 em umaárea assistida pelo Programa de Saúde da Fa...

  13. Representações da mulher em cartas bíblicas analisadas sob a perspectiva sistêmico-funcional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Maria Rossi

    2014-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar como a linguagem é usada para representar a mulher em duas cartas bíblicas do Novo Testamento sob o enfoque da Gramática Sistêmico-Funcional, de Halliday e Matthiessen (2004. Para isso, utilizamo-nos de categorias que realizam as três metafunções da linguagem. Na metafunção ideacional, ocupamo-nos do sistema de transitividade; da metafunção interpessoal, focalizamos o sistema de MODO e a polaridade; na metafunção textual, detemo-nos na estrutura temática. A análise conjunta dessas categorias evidenciou que a escolha pelo Tema Ideacional conjugada à função de fala proposta direcionada à mulher e às funções léxico-gramaticais de Ator, Experienciador e Portador desempenhadas por esse participante representam a mulher principalmente como submissa ao homem, ao marido e à sociedade.

  14. Diagnóstico de saúde das mulheres em idade fértil de Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alzira Maria D'avila Nery Guimarães

    1996-03-01

    Full Text Available Relato parcial de uma pesquisa realizada pela Secretária de Estado da Saúde em parceria com o UNICEF, intitulado de Diagnóstico Matemo-lnfantil cio Estado de Sergipe. Nesta pesquisa as autoras realizam uma abordagem parcial sobre a saúde das mulheres em idade fértil. Objetivo: Medir por amostragem a nível estadual os indicadores: estado civil, idade da menarca, início da vida sexual, gravidez, abortos, prevenção do câncer cérvico-uterino e mama, anticoncepção e utilização dos serviços de saúde. Os resultados foram coletados através da aplicação de um formulário estruturado, abrangendo variáveis préconcepcionais, biológicas e sociais. Os dados obtidos fornecem subsídios para ampla discussão sobre a saúde das mulheres em Sergipe.

  15. Vulnerabilidade para o HIV em mulheres trans : o papel da psicologia e o acesso à saúde

    OpenAIRE

    Angelo Brandelli Costa

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo foi analisar a vulnerabilidade programática, social e individual para a infecção por HIV em mulheres trans. Para esse fim, realizaram-se quatro estudos. No primeiro estudo, a partir da análise crítica da escala de Masculinidade e Feminilidade (M) da versão brasileira da Escala de Personalidade de Comrey (CPS), recuperou-se o tratamento histórico que a psicologia feminista deu às ideias de sexo e gênero e seus desdobramentos. Além disso, apontou-se para uma concepção de...

  16. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Nascimento,Carlos Alberto Domingues do; Bezerra,Simone Maria Muniz da Silva; Angelim,Ednalva Maria Sampaio

    2013-01-01

    O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirur...

  17. A violência na vida de mulheres em situação de rua na cidade de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson da Silva Rosa

    2015-06-01

    Full Text Available Esta cartografia objetivou trazer à reflexão situações de violência na vida de mulheres em condição de rua na cidade de São Paulo, Brasil. Durante o trabalho de campo, o pesquisador interagiu com cerca de cem mulheres em situação de rua, sendo as percepções registradas em diário de campo. Posteriormente, 22 mulheres foram entrevistadas em um albergue. Depreendemos, dos resultados, que a situação de rua para as mulheres foi relacionada a: violências sofridas no contexto doméstico e familiar, a renda insuficiente para garantir o próprio sustento e o dos filhos, e a ruptura dos vínculos sociais. Nas ruas, conheceram a violência nas disputas territoriais, opressões de gênero, falta de privacidade, tráfico de drogas e nas práticas higienistas. O estudo desconstruiu os estereótipos de frágeis e dependentes para as mulheres de rua; no processo relacional, elas também protagonizavam disputas por espaço e poder.

  18. Prevalência e fatores associados a indicadores negativos de saúde mental em adolescentes estudantes do ensino médio em Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Carvalho,Priscila Diniz de; Barros,Mauro Virgilio Gomes de; Santos,Carla Meneses; Melo,Edilânea Nunes; Oliveira,Nilma Kelly Ribeiro de; Lima,Rodrigo Antunes

    2011-01-01

    OBJETIVOS: identificar a prevalência e fatores associados a indicadores negativos de saúde mental em adolescentes. MÉTODOS: utilizou-se um questionário previamente validado para coletar dados de 4.207 adolescentes (14-19 anos) estudantes do ensino médio, selecionados através de amostragem por conglomerados em dois estágios. RESULTADOS: as prevalências de tristeza, sentimento de solidão, pensamento de suicídio, dificuldade para dormir devido à preocupação e planos de suicídio foram, respectiva...

  19. Doença Sexualmente Transmissível em adolescentes atendidas em um Serviço de Ginecologia de Salvador- Bahia

    OpenAIRE

    Machado, Márcia Sacramento Cunha

    2011-01-01

    A incidência de doenças sexualmente transmissíveis (DST) vem aumentando em todo o mundo, especialmente entre adolescentes. Entretanto, poucos estudos foram realizados no Brasil para abordar este tema. Com o objetivo de estimar a prevalência, identificar a etiologia e possíveis fatores associados para DST na adolescência, foi realizado um estudo transversal. Cem adolescentes sexualmente ativas do sexo feminino foram avaliadas em Salvador, Bahia entre 2008 e 2010. Foram realizados exames citoló...

  20. A qualidade do sono, o aproveitamento escolar e o stress em adolescentes que permacem em frente ao computador durante a noite

    OpenAIRE

    Gema Galgani de Mesquita Duarte

    2007-01-01

    Resumo: A qualidade do sono, o aproveitamento escolar e o stress em adolescentes que permanecem em frente ao computador durante a noite. 2007. 234p. Professor Doutor Rubens Nelson Amaral de Assis Reimão. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Departamento da Saúde da Criança e do Adolescente. INTRODUÇÃO: O sono representa importante papel na vida do homem, influenciando as condições físicas, psicológicas e sociais. Está intimamente ligado ao...

  1. Prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres com infertilidade Prevalence of thrombophilic factors in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Góes e Silva Soligo

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar a prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres inférteis. MÉTODOS: estudo de corte transversal, no qual foram admitidas mulheres inférteis atendidas em clínica privada e submetidas à investigação de trombofilia, conforme protocolo da referida clínica, no período de março de 2003 a março de 2005, após aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. Foram incluídas mulheres com história de infertilidade, definida como um ano de coito desprotegido sem concepção. Foram excluídas mulheres com hepatopatia e dados incompletos em prontuário, obtendo-se uma amostra de 144 mulheres. Os fatores trombofílicos avaliados foram: o anticorpo anticardiolipina (ACL, o anticoagulante lúpico (ACGL, a deficiência de proteína C (DPC, a deficiência de proteína S (DPS, a deficiência de antitrombina III (DAT, a presença do fator V de Leiden, uma mutação no gene da protrombina e a mutação do metileno tetrahidrofolato redutase (MTHFR. Resultados: os valores de prevalência obtidos para ACL e ACGL foram de 2%. A prevalência dos fatores trombofílicos hereditários foram: DPC=4%, DPS=6%, DAT=5%, fator V de Leiden=3%, mutação da protrombina=3% e mutação MTHFR=57%. CONCLUSÕES: das 144 pacientes selecionadas, 105 mulheres, ou seja, 72,9% apresentavam pelo menos um fator trombofílico presente. Isto reforça a importância e justifica a necessidade da investigação destes fatores neste grupo de mulheres.PURPOSE: to establish the prevalence of thrombophilic factors in infertile women. METHODS: a cross-sectional study was performed, in which infertile women, seen in a private clinic with investigation for thrombophilia were included, according to the protocol of the clinic, between March 2003 and March 2005, after the approval of the Research Ethics Committee of the Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. One hundred and forty-four infertile women without any liver

  2. Teatro-menor: cartografia em arte e experimentação de mulheres em situação de cárcere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Pinheiro Soares

    2014-01-01

    Full Text Available Este trabalho parte de uma pesquisa intervenção em um presídio feminino do Rio Grande do Norte - Brasil, cujo objetivo é compreender os modos de viver e reinventar-se das mulheres presas. Trata-se de uma cartografia em teatro-experimentação a partir de uma experiência de estágio em Psicologia, no qual se articula corpo, arte e clínica, compondo o eixo gênero, sexualidades e intersecções. Utiliza-se da observação participante, do diário de atos e da arte em oficinas, objetivando acompanhar cuidadosamente processos em curso, mapear o território existencial das atrizes e possibilitar que linhas de fuga sejam produzidas, deixando vazar uma multiplicidade de vozes, devires. Os resultados: expressões do devir da sensibilidade das mulheres presas no cuidado com as outras, na troca de palavras de afeto, na experimentação de outras formas de relação com o corpo e com a sexualidade.

  3. Imagem corporal e transtornos alimentares em atletas adolescentes: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre os temas "Imagem corporal" e "Transtornos alimentares na população de atletas adolescentes". Foram realizadas buscas eletrônicas nas seguintes bases de dados: "Web of Science", "SciELO", "Scopus", "Pubmed", "Medline", e "Lilacs". Como descritores, utilizaram-se os termos "body image" e "eating disorders", indexados no sistema de Descritores em Ciência da Saúde (DeCs/MeSH, e também os termos associados "body dissatisfaction", "athletes", "adolescence" e "teenager". O período compreendido pelas buscas foi de 2002 a 2012. Os resultados evidenciaram a existência de centenas de investigações sobre os temas na população adolescente, mas foram escolhidas somente as pesquisas no contexto esportivo. Os achados demonstraram algumas controvérsias. De qualquer forma, acredita-se que exista associação entre imagem corporal e transtornos alimentares em atletas, porém é necessário desenvolver pesquisas neste campo para responder a tais dúvidas, por isso são incentivadas pesquisas com estas variáveis.

  4. Violência sexual contra adolescentes em Campo Grande, Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucyana Conceição Lemes Justino

    Full Text Available RESUMO Objetivo Analisar a situação da violência sexual contra adolescentes. Métodos Estudo transversal com análise espacial, abrangendo 172 fichas de notificação, de janeiro de 2009 a janeiro de 2013, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Para a análise espacial, os dados foram agrupados por bairro. A análise estatística dos dados foi descritiva. Resultados Os adolescentes em situação de violência foram majoritariamente meninas (94,8% e de cor branca (37,8%. Predominou a violência intrafamiliar (51,7% e com um perpetrador (66,9%. A gravidez (8,7% foi uma das consequências. Os casos tiveram distribuição homogênea no município, sem padrão espacial preferencial e sem distinção de estrato social. Conclusões Apesar da subnotificação de casos de violência sexual, a frequência e as consequências individuais e coletivas desta são suficientemente graves para torná-la uma questão de saúde pública.

  5. Limiar anaeróbico ventilatório em adolescentes brasileiros de ambos os sexos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamilla Bolonha Gomes

    2013-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de comparar as respostas cardiorrespiratórias no limiar anaeróbico ventilatório (LAV em relação ao gênero, faixa etária e dados publicados na literatura, foram avaliados 289 adolescentes, de ambos os sexos, entre 10 e 14 anos. Foi realizado um teste cardiopulmonar, utilizando o protocolo de rampa em esteira ergométrica. O LAV foi identificado pelos métodos do V-slope e/ou do equivalente ventilatório de oxigênio. Os resultados mostraram que o consumo de oxigênio (VO2 LAV absoluto foi maior nos meninos aos 13 e 14 anos; o VO2 LAV relativo ao peso corporal foi diferente entre os gêneros apenas aos 14 anos, sendo maior nos meninos. Conclui-se que há perda da aptidão física aeróbica dos adolescentes, de ambos os sexos, a partir dos 12 anos, com valores inferiores comparados à literatura.

  6. CONCEPÇÕES SOBRE ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA SEXUAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lucia Mendes Trabbold

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo Trata-se de uma pesquisa de campo de abordagem qualitativa objetivando compreender as práticas discursivas dos profissionais de saúde sobre violência sexual contra crianças e adolescentes. Foram entrevistados dez profissionais (médicos, enfermeiros, agentes comunitários e coordenador do programa que compõem três equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF da cidade de Montes Claros, MG, Brasil. A abordagem discursiva para análise dos dados foi fundamentada em Michel Foucault, bem como em autores ligados ao campo da Saúde Coletiva. Os resultados indicam que, dentre os vários fatores que propiciam e/ou mantêm a violência sexual na forma de exploração comercial sexual de adolescentes, está a desigualdade econômica e social, aliada à desigualdade de gênero, pouco reconhecida pelos profissionais. A omissão/negação da questão se evidencia pela ausência de notificação obrigatória; inexistência de trabalhos preventivos na área; ações pontuais inadequadas às necessidades da adolescência, preconceito e falta de referência de uma rede de cuidados intersetoriais.

  7. Adolescentes avaliando um projeto social em uma unidade básica de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lira Joseneide Barbosa de

    2004-01-01

    Full Text Available Esse trabalho se propõe a discutir a percepção de adolescentes sobre um projeto intitulado "Afetividade, Sexualidade e Regulação da Gravidez na Adolescência", do qual são participantes. Tal experiência é parte integrante das atividades do Projeto UNI/Natal, dedicado ao desenvolvimento da integração docente-assistencial e voltado para a criação de novos espaços de ensino, novos conteúdos e práticas acadêmicas e assistenciais. Buscamos apreender a percepção dos adolescentes em relação à qualidade dos serviços oferecidos e às condições geradoras e condicionantes da gravidez na adolescência, bem como identificar suas expectativas em relação ao programa, articulando-o ao seu perfil socioeconômico e cultural.

  8. Completitude das notificações de violência perpetrada contra adolescentes em Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana Mirella Batista dos Santos

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho foi analisar a tendência da completitude dos dados de violência perpetrada contra adolescentes registrados em Pernambuco, em 2009-2012. Estudo transversal, com 5.259 adolescentes vítimas de violência notificadas no SINAN-VIVA da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco. Utilizou regressão linear simples para investigar a tendência de completitude das variáveis. Os percentuais de completitude foram considerados como variáveis dependentes (Y e os anos da série, como independentes (X. Os resultados mostram um incremento significativo de 204% no número de notificações. Porém, das 34 variáveis analisadas, 27 (79,4% apresentaram tendência Estacionária, 6 (17,6% Decrescente e apenas uma (2,9% Crescente. A completitude foi considerada ‘Muito Ruim’ para as variáveis: Escolaridade (47,3%, Complemento (21,3%, Hora da Ocorrência (38,0% e Uso de Álcool Pelo Agressor (47,0%. Portanto, apesar do grande incremento no numero de notificações, a qualidade dos dados permaneceu comprometida, dificultando uma análise mais realista neste grupo.

  9. Mobilidade funcional em função da força muscular em mulheres idosas fisicamente ativas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Puerro Neto

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:São muitas as alterações que influenciam a mobilidade funcional em idosos, como alterações pos-turais, diminuição da força muscular e amplitude de movimento.Objetivo:Determinar o parâmetro mais adequado para a estimativa da mobilidade funcional, assim como o efeito da força muscular sobre a mobilidade funcional de pessoas idosas.Métodos:A amostra foi constituída por 41 mulheres saudáveis na faixa etária de 60 a 78 anos de idade, que foram submetidas ao teste Time up and go (TUG, que testa as habilidades de mobilidade básicas das pessoas idosas frágeis (tempo para levantar e se mover, escala de equilíbrio de Berg (EEB, teste de alcance funcional (FRT e teste de uma repetição máxima (1RM.Resultados:A análise de componente principal (PCA revelou que somente a escala de Berg apresentou eigenvalue (autovalor maior que um, explicando 59% da variância. Por outro lado, a força muscular foi preditora de mobilidade funcional somente quando o TUG foi analisado, sugerindo que 20% da mobilidade funcional pode ser explicada pela força muscular (R=-0,42[R2=0,20, β=-0,29 ± 0,12, p=0,023].Conclusão:Conclui-se que a EEB pareceu representar o procedimento mais adequado para a estimativa da mobilidade funcional. A força muscular foi preditora de mobilidade funcional somente quando o TUG foi analisado.

  10. Prevenção da Aids com adolescentes encarcerados em São Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Alves Peres

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever o perfil de adolescentes quanto ao apoio social e familiar, ao uso de drogas e os conhecimentos, as práticas e atitudes relacionadas à Aids e sua prevenção. MÉTODOS: Foram estudados 275 jovens internos, do sexo masculino, de um centro de internação da Fundação Estadual do Bem Estar do Menor (Febem, em São Paulo, SP. A pesquisa foi feita em duas fases: a primeira por meio de entrevistas semi-estruturadas com 20 internos; a segunda, com questionários para auto-respostas aplicados aos 275 internos, com perguntas fechadas referentes a características sociodemográficas, criminalidade, práticas sexuais, uso de drogas, conhecimento, atitudes e práticas relativas à Aids. RESULTADOS: Do total estudado, 90% dos jovens internos residiam com suas famílias antes da internação; todos haviam estudado em escolas públicas, ainda que 61% já houvessem abandonado os estudos; 12% já haviam usado drogas; e 5,5% eram usuários de drogas intravenosas. A maioria (98% era sexualmente ativa; 35% haviam tido mais de 15 parceiras(os sexuais ao longo da vida; 8% haviam tido experiências homossexuais (dentro ou fora da Febem; 12% já haviam trocado sexo por benefícios materiais; e 22% já eram pais. Muitos dos adolescentes afirmaram que adquirir o HIV "é parte da vida" e que suas vidas apresentam riscos piores, como sobreviver na criminalidade. Acreditam que o preservativo é frágil (83% e atrapalha a relação sexual (58%; 72% já haviam utilizado preservativo, mas apenas 9% o utilizavam sempre. CONCLUSÕES: Os adolescentes apresentaram um elevado risco de aquisição do HIV. Assim, torna-se necessário integrar a prevenção da Aids em sua problemática de vida e em temas como racismo, esperança pelo futuro, criminalidade, uso de drogas, direitos fundamentais, incluídos nestes os referentes ao sexo e à reprodução, mostrando existir alternativas a adquirir o HIV ou morrer na criminalidade.

  11. Prevalence and multiplicity of HPV in HIV women in Minas Gerais, Brazil Prevalência e multiplicidade do HPV em mulheres infectadas pelo HIV em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Miranda Corrêa

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To detect the frequency and subtypes of HPV in the uterine cervix of HIV-infected women. METHODS: Sample consisted of 288 HIV-infected women, recruited from the public health system of five cities of Minas Gerais, Brazil. Women were seen from August 2003 to August 2008. Cervical samples were collected for cytological analysis and for HPV DNA detection, using polymerase chain reaction (PCR. HPV DNA was classified according to its oncogenic potential in low risk (types 6, 11 and high risk (types 16, 18, 31, 33, 35. Colposcopy was performed, followed by cervical biopsy when necessary. Categorical variables were compared using the Chi-squared test, with a significance level established at the 5% level. RESULTS: HPV prevalence was 78.8%. Most frequent genotypes were HPV-6 (63.9% and HPV-16 (48.5%. High-risk HPV were observed in 70.5% of the women; low-risk in 71.4%; both high and low-risk HPV were detected in 55.1% of the patients. Multiple HPV genotypes were detected in 64.8% of the patients; two genotypes in 23.8%, and three in 18.9%. CONCLUSION: HPV prevalence was high among HIV-infected women. Multiple HPV genotypes were common in samples from the uterine cervix of HIV-infected womenOBJETIVO: Detectar a frequência e os subtipos do HPV na cérvice uterina de mulheres infectadas pelo HIV. MÉTODOS: A amostra era composta por 288 mulheres infectadas pelo HIV, recrutadas do sistema público de saúde de cinco cidades de Minas Gerais, Brasil. As mulheres foram avaliadas de agosto de 2003 a agosto de 2008. Amostras cervicais foram coletadas para análise citológica e para detecção do HPV DNA, usando a reação em cadeia de polimerase (PCR. O HPV DNA foi classificado de acordo com seu potencial oncogênico em baixo risco (tipos 6,11 e alto risco (tipos 16, 18, 31, 33, 35. Foi realizada colposcopia, seguida de biópsia cervical, quando indicada. Variáveis categóricas foram comparadas usando o teste do quiquadrado, com nível de signific

  12. ADOLESCENTES COM SONOLÊNCIA DIURNA EXCESSIVA PASSAM MAIS TEMPO EM COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érico Pereira Gomes Felden

    Full Text Available RESUMO Introdução: A diminuição da atividade física, a baixa duração do sono e o aumento do tempo sentado têm sido cada vez mais percebidos na adolescência. Objetivos: Investigar a associação entre comportamento sedentário e variáveis de sono (sonolência diurna e duração de sono de adolescentes de um município de pequeno porte do sul do Brasil. Métodos: Trata-se de uma amostra representativa, de base escolar, do município de Maravilha, SC, Brasil, formada por 516 adolescentes de ambos os sexos, com 10 a 19 anos de idade. Foram investigadas as associações entre comportamentos sedentários, sono, percepção de estresse e atividade física. O comportamento sedentário foi investigado por meio do tempo sentado durante o dia. Além disso, outras questões foram investigadas, como: sexo, faixa etária, turno escolar, local de domicílio, renda e grau de instrução do chefe de família, duração do sono e sonolência diurna, percepção de estresse e nível de atividade física. Resultados: A prevalência de baixa duração do sono foi de 53,6%. A média de tempo sentado durante um dia de semana foi de 382,2 min., sendo superior no sexo feminino (p = 0,001. Os adolescentes com baixa duração do sono apresentaram valores médios mais altos de tempo sentado (p < 0,001, sonolência diurna (p < 0,001 e sonolência em sala de aula (p < 0,001. Os adolescentes com maior sonolência tinham 4,97 (IC: 2,50-9,87 vezes mais chance de ter comportamento sedentário elevado. Conclusão: Adolescentes com maior sonolência diurna apresentaram maior tempo dedicado aos comportamentos sedentários. Assim, as medidas de educação para um estilo de vida mais ativo na adolescência devem observar também questões gerais sobre sono e sonolência diurna.

  13. Fatores que influenciam a prevalência de sobrepeso e obesidade em estudantes adolescentes

    OpenAIRE

    Camelo, Eduardo de Moura

    2013-01-01

    O sobrepeso e a obesidade têm apresentado hoje no mundo um problema de saúde pública na população adulta, mas também com uma alta prevalência em jovens e adolescentes. Nas últimas décadas, as crianças tornaram-se menos ativas, fazendo uso da tecnologia. Uma relação entre a inatividade, como por exemplo, o tempo gasto assistindo televisão e o aumento da adiposidade em escolares vem sendo observada. A atividade física ajuda a diminuir o risco de obesidade, atuando na regulação do balanço energé...

  14. Fatores de risco associados ao câncer de mama em uma amostra de mulheres participantes de uma universidade da terceira idade

    OpenAIRE

    Bussolotto, Fernanda; Siviero, Josiane; Pio da Silva, Ana Carolina

    2013-01-01

    O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, sendo considerado uma doença de extrema importância para a saúde pública em nível mundial. Acredita-se que sua incidência e mortalidade ascendentes estejam relacionadas à maior exposição a fatores de risco e ao envelhecimento populacional. O objetivo deste estudo foi descrever a presença de fatores de risco associados ao câncer de mama em mulheres participantes da Universidade da Terceira Idade da Universidade de Caxias do Sul ...

  15. Achados histeroscópicos em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de espessamento endometrial por ultra-sonografia transvaginal

    OpenAIRE

    Campaner, Adriana Bittencourt; Piato,Sebastião; Ribeiro, Paulo Ayrosa Galvão; Aoki, Tsutomo; Nadais, Ricardo da Fonseca; Prado,Roberto Adelino de Almeida

    2004-01-01

    OBJETIVO: correlacionar espessamento endometrial diagnosticado por ultra-sonografia com os achados histeroscópicos, em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com avaliação histeroscópica em 121 mulheres na pós-menopausa, com diagnóstico de espessamento do endométrio por ultra-sonografia transvaginal. Das pacientes incluídas, 23 (19%) recebiam diferentes esquemas de hormonioterapia e 98 não referiam uso de reposição hormnonal.; 55 pacientes queixavam-se de sangram...

  16. Avaliação da Atividade Proliferativa no Epitélio Mamário Adjacente a Fibroadenoma em Mulheres Tratadas com Tamoxifeno

    OpenAIRE

    Sousa,Juarez Antônio de; Seixas,Maria Teresa de; Lima,Geraldo Rodrigues de; Baracat,Edmund Chada; Gebrim,Luiz Henrique

    2000-01-01

    Objetivo: estudar a atividade proliferativa do epitélio mamário normal adjacente a fibroadenoma em mulheres na fase lútea do ciclo menstrual, tratadas com tamoxifeno. Pacientes e Métodos: estudou-se por técnica imuno-histoquímica, com o uso do anticorpo monoclonal MIB-1, a atividade proliferativa no epitélio mamário adjacente a fibroadenoma. O estudo foi randomizado e duplo-cego. As 44 mulheres com fibroadenoma foram divididas em 3 grupos: A (n = 16; placebo), B (n = 15; tamoxifeno, 10 mg) e ...

  17. Drenagem linfática manual em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Arruda, Lilia [UNIFESP

    2015-01-01

    Introdução: A drenagem linfática manual (DLM) tem se estabelecido como parte integrante nos tratamentos do edema linfático após cirurgias plásticas porém com poucas evidências. Objetivo: Avaliar o efeito da drenagem linfática em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica. Médotos: Foram selecionadas 20 mulheres, com idade entre 20 e 60 anos, distribuídas aleatoriamente, em 02 grupos com 10 pacientes. As pacientes do grupo estudo realizaram 06 ...

  18. Efeitos da pompage associada ao exercício aeróbico sobre dor, fadiga e qualidade do sono em mulheres com fibromialgia: um estudo piloto

    OpenAIRE

    Moretti, Eduarda Correia; Araújo, Maria Eduarda Malta Varela de; Campos, Adriana Guerra; Santos, Laís Regina de Holanda; Araújo,Maria das Graças Rodrigues; Tenório, Angélica da Silva

    2016-01-01

    RESUMO O objetivo da pesquisa foi avaliar os efeitos da pompage como terapia complementar a exercícios aeróbicos e de alongamento sobre dor, fadiga e qualidade do sono em mulheres com fibromialgia. Para isso, 23 mulheres com esse diagnóstico foram alocadas aleatoriamente nos grupos: Experimental (GE, n=13) e Controle (GC, n=10), e em seguida foram avaliadas através do Questionário McGill de Dor, Questionário de Fadiga de Chalder e Inventário do Sono. Durante 12 semanas, duas vezes por semana,...

  19. Mulheres migrantes peruanas em Brasília : o trabalho doméstico e a produção do espaço na cidade

    OpenAIRE

    Delia Maria Dutra da Silveira Margalef

    2012-01-01

    A especificidade da sociologia é decodificar os mecanismos que estruturam os vínculos sociais, ou seja, como se dão as interações entre indivíduos e grupos. Essa foi a perspectiva pela qual construímos nossa problemática de tese em sociologia, considerando as experiências migratórias de mulheres que estão fora do seu país de origem. Especificamente buscamos compreender como dez mulheres migrantes, peruanas, trabalhadoras domésticas em Brasília, vivenciam su...

  20. Desenvolvimento e validação de equação preditiva da gordura visceral em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribu

    2012-04-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n3p333 Os métodos atualmente disponíveis para avaliação da obesidade visceral apresentam limitações, tornando-os inviáveis para avaliação em grandes grupos de indivíduos. Esse estudo teve por objetivo desenvolver e validar equação preditiva para estimar a área de tecido adiposo visceral em mulheres jovens. Foram estudadas 64 mulheres entre 19 e 36 anos. As seguintes variáveis foram avaliadas: volume de gordura visceral (VGV (medido pela ultra-sonografia, Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura, Razão Cintura-Estatura (RCE, Razão Cintura-Quadril, Índice de Conicidade, Perfil Lipídico e Glicemia de Jejum (GJ. As mulheres foram divididas em dois grupos: desenvolvimento (n=48 e validação (n=16 da equação. Foram propostas e validadas três equações para estimativa do VGV: Equação 1: VGV=-31,888+(4,044xIMC; Equação 2: VGV= -51,891+(248,018xRCE; Equação 3: VGV= -130,941 +(198,673 * RCE + (1,185xGJ, com poder preditivo de 34%, 24% e 45%, respectivamente. Não foi observada diferença estatisticamente significante entre os valores de VGV avaliados pela ultrassonografia e estimados pelas equações preditivas no grupo de validação. As equações propostas podem ser utilizadas para calculo do VGV de mulheres jovens, quando os exames de imagem não estiverem disponíveis, sendo uma ferramenta valiosa para estudos epidemiológicos e serviços de saúde.

  1. A Abordagem do Tema Sexualidade no Contexto Familiar: o Ponto de Vista de Mães de Adolescentes

    OpenAIRE

    Savegnago, Sabrina Dal Ongaro; Arpini, Dorian Mônica

    2016-01-01

    Resumo O objetivo deste estudo consiste em apresentar alguns aspectos referentes ao diálogo sobre sexualidade entre pais e adolescentes, a partir do ponto de vista de mulheres que possuem filhos(as) adolescentes. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e grupos focais com mães que frequentavam um Centro de Referência em Assistência Social de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. Os resultados, após análise de conteúdo, indicam que os assuntos relacionados à sexualidade mais abord...

  2. Sintomas depressivos em crianças e adolescentes com anemia falciforme

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe José Nascimento Barreto

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar a frequência de sintomas depressivos em crianças e adolescentes com anemia falciforme, bem como caracterizar e associar tal sintomatologia aos dados individuais. Métodos: Realizou-se um estudo transversal com portadores de anemia falciforme dos 7 aos 17 anos, atendidos em um ambulatório de Hematologia Pediátrica, os quais preencheram o Inventário de Depressão Infantil (CDI. Resultados: Foram avaliados 76 pacientes, estabelecendo-se em 13 o ponto de corte. Vinte e seis pacientes (34,2% apresentavam sintomas sugestivos de depressão. "Não ser tão bom quanto os outros colegas" foi o item mais pontuado, além de ter predominado significativamente naqueles com escore de CDI maior ou igual a 13, assim como as variáveis: ter pais separados ou viúvos e renda familiar mensal menor ou igual a R$ 510,00. O item "preocupação com dores" foi bem pontuado, independentemente da presença de sintomas depressivos (p = 0,1. Conclusão: A depressão em crianças e adolescentes com anemia falciforme ainda é pouco estudada. Os dados obtidos indicam frequência elevada de sintomas depressivos nessa população. Possivelmente, conviver precocemente com a separação dos pais e pertencer a uma família com baixa renda esteja relacionado ao desenvolvimento desses sintomas.

  3. Efeitos do manejo comportamental de incontinência fecal em adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Jonas das Neves

    Full Text Available A incontinência fecal, também conhecida como encoprese, é um transtorno de evacuação que acarreta prejuízos ao desenvolvimento psicossocial e orgânico da criança e do adolescente, e que demanda atenção e cuidado de pais e profissionais de saúde. No amplo contexto de tratamento da encoprese, a psicoterapia constitui importante recurso, sendo a terapia comportamental apontada como uma das modalidades mais promissoras e eficazes para o tratamento dessa dificuldade de eliminação. Este artigo apresenta o estudo dos efeitos do manejo comportamental de quadro de incontinência fecal em um adolescente de 14 anos, atendido em clínica-escola de Psicologia do interior do Estado de São Paulo durante 14 meses. A partir do referencial teórico da análise do comportamento, foi desenvolvido, em contexto psicoterápico, um conjunto de estratégias comportamentais com o cliente, bem como orientações aos pais, visando à gradativa extinção encoprética. No decorrer desse processo, o cliente apresentou significativas aquisições comportamentais de uso regular do banheiro e adequado controle esfincteriano, monitoradas semanalmente, que possibilitaram a plena extinção das ocorrências de sujidade, sendo avaliado o efeito em follow-up realizado três meses após o encerramento dessa intervenção.

  4. Sintomas depressivos e ansiosos em mulheres com hipotireoidismo Depression and anxiety symptoms in hypothyroid women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Elias Andrade Junior

    2010-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a associação entre hipotireoidismo e a ocorrência de sintomas depressivos e ansiosos. MÉTODOS: foi realizado um estudo do tipo caso-controle, no período de julho de 2006 a março de 2008, no qual foram incluídas 100 mulheres (50 pacientes com hipotireoidismo primário e 50 controles eutireoidianas com idade entre 18 e 65 anos. Foram avaliados idade, raça/cor da pele, estado civil, nível educacional, consumo de álcool, situação de trabalho, índice de massa corpórea e estado menopausal. Foram realizadas dosagens de TSH e utilizadas as escalas de ansiedade e de depressão de Beck em todos os casos e controles. O programa utilizado para a análise estatística foi o SPSS, versão 14. O nível de significância adotado foi pPURPOSE: to study the association between hypothyroidism and depression and anxiety symptoms. METHODS: a case-control study was carried out from July 2006 to March 2008 on 100 patients (50 patients with primary hypothyroidism and 50 euthyroid controls aged 18 to 65 years. Age, race/skin color, marital status, education level, alcohol use, working status, body mass index and menopausal status were evaluated. TSH levels were determined and the Beck Depression and Beck Anxiety Scales were applied to all cases and controls. Statistical analysis was performed using the SPSS software version 14.0. The level of significance was set at p<0.05. RESULTS: there was no demographic or epidemiologic difference between groups. The concomitant presence of anxiety and depression was five times greater among cases than among controls (20.0 versus 4.0%, p=0.01. Anxiety symptoms were approximately three times more frequent among cases (40.0% than among controls (14.0% (p=0.003, while the prevalence of depressive symptoms was 75% higher among cases (28.0% than among controls (16.0%, but this did not reach statistical significance (p=0.15. We found no association between TSH levels and the prevalence of anxiety or

  5. Educação em sexualidade de mães adolescentes institucionalizadas num centro de apoio à vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sónia Pereira

    2016-01-01

    Full Text Available A investigação sobre a maternidade na adolescência tem vindo a mostrar os efeitos negativos que ela provoca na sexualidade da mãe adolescente e nos diversos níveis da sua trajetória desenvolvimental, particularmente nos domínios educacional, socioeconómico, ocupacional, social e psicológico. Neste sentido, esta investigação tem como objetivo caraterizar os efeitos de um projeto educativo que visa desenvolver a competência de mães adolescentes, institucionalizadas num Centro de Apoio à Vida em Portugal, para promoverem a sua saúde sexual. Foram envolvidas no projeto cinco mães adolescentes e, neste artigo, serão apresentados os casos de três dessas mães. Os dados recolhidos através de uma entrevista individual anónima no início e no fim do projeto, por observação participante e por análise dos documentos produzidos pelas adolescentes durante o projeto educativo, foram triangulados. Ao longo do projeto verificou-se que estas mães adolescentes melhoraram os seus conhecimentos sobre o evitamento da reincidência da gravidez e das doenças sexualmente transmissíveis, e mostraram algumas evidencias de que aumentaram a sua autoestima e assertividade em relação ao seu parceiro sexual. Estes resultados mostram que os projetos educativos orientados para a ação na promoção de sexualidades saudáveis em mães adolescentes institucionalizadas poderão ser uma mais valia para promover a sua saúde sexual e alcançar a igualdade de género.

  6. Efeitos da ansiedade sobre a pressão arterial em mulheres com hipertensão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chaves Eliane Corrêa

    2004-01-01

    Full Text Available Estudo descritivo, associativo, que objetiva conhecer a relação da ansiedade com os níveis de pressão arterial em mulheres hipertensas e da ansiedade com o tempo de tratamento da hipertensão. Foram pesquisadas 78 mulheres em tratamento para hipertensão no InCor, mediante o Inventário de Ansiedade de Spilberger - IDATE, e a pressão arterial verificada, utilizando-se da medida indireta, obtida pelo método auscultatório. Os dados foram submetidos à análise estatística, com nível de significância de 5%. A amostra apresentou traço e estado de ansiedade moderados e médias de pressão acima do normal, compatível com hipertensão estágio 1. Não houve diferença estatisticamente significante entre pressão arterial e níveis de ansiedade e entre o tempo de tratamento para hipertensão e níveis de ansiedade.

  7. HIV em mulheres de meia-idade: fatores associados HIV in middle-aged women: associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Ribeiro Valadares

    2010-01-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV tem aumentado significativamente entre mulheres de meia-idade. Nesta revisão foi feito um levantamento de estudos recentes que buscam identificar possíveis fatores de risco associados à infecção pelo HIV em mulheres climatéricas. São abordados diversos fatores associados, como: sintomas climatéricos, mudança de comportamento do parceiro sexual frente a novos medicamentos, negociação sobre o uso de preservativos em relações sexuais, comportamento de risco para HIV, autoestima global e autoestima sexual, história pregressa de abuso sexual, uso de drogas, estereótipo da vida sexual na maturidade, uso de terapia antirretroviral e abordagem da função sexual.Human immunodeficiency virus (HIV infection has increased considerably among middle-aged women. In this work we reviewed recent studies aimed at identifying possible factors related to HIV infection in climacteric women. Several associated factors are considered, such as: climacteric symptoms, partner's change in sexual behavior in face of new drugs, negotiation for use of condoms in sexual intercourse, risk behavior for HIV, global self-esteem and sexual self-esteem, history of sexual abuse, use of drugs, stereotypes of sex life in maturity, use of antiretroviral therapy and approach to sexual function.

  8. Adolescente em conflito com a lei e medidas socioeducativas: limites e (impossibilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francischini, Rosângela

    2005-01-01

    Full Text Available Reinserção social, readaptação, ajustamento social, integração à família e sociedade. Várias são as expressões empregadas para referir-se ao efeito desejado do trabalho com o jovem em conflito com a lei, em cumprimento de medidas socioeducativas, particularmente em privação de liberdade. Parte do aparato legal do Estado, a partir da promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, significaram, essas medidas, uma chamada à responsabilização do jovens, em face da transgressão cometida. No entanto, avalia-se, o que dá a essas medidas o caráter socioeducativo, fazendo com que o trabalho desenvolvido nas instituições diferencie-se do cumprimento de pena? Estrutura física, formação de recursos humanos, ações educativas e trabalho transdiciplinar são alguns dos aspectos implicados nesta questão. Neste contexto de discussão insere-se o presente artigo, que tem por objetivo discutir o caráter socioeducativo das medidas de privação de liberdade e as possibilidades de reinserção social do jovem em conflito com a lei

  9. Fatores sociodemográficos e comportamentais associados à adiposidade corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Bozza

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar fatores sociodemográficos e comportamentais associados à obesidade abdominal (OA e ao percentual de gordura corporal elevado (%GC elevado em adolescentes de Curitiba-PR. Métodos: A amostra probabilística foi composta por 1.732 adolescentes, de 11 a 19 anos, de ambos os sexos, da rede pública de ensino. Foram coletadas as medidas de dobras cutâneas tricipital e panturrilha para o cálculo do %GC, além da medida da circunferência da cintura. Um questionário foi preenchido pelos adolescentes para avaliação das seguintes variáveis: sexo, idade, tipo de residência, nível socioeconômico, tempo gasto assistindo à TV durante a semana e o fim de semana, além do gasto energético diário. A regressão logística foi utilizada como medida de associação dos fatores sociodemográficos e comportamentais com a obesidade abdominal e o percentual de gordura corporal elevado. Resultados: As meninas apresentaram maior chance de ter o %GC elevado (OR: 2,73; IC95%: 2,32-3,33. Em contrapartida, têm menor chance de ter obesidade abdominal (OR: 0,58; IC95%: 0,44-0,78. Indivíduos mais velhos (16-19 anos apresentaram maior chance de ter o %GC elevado (OR: 1,36; IC95%: 1,02-1,83. Em contrapartida, as faixas etárias mais elevadas (13-15 anos e 16-19 anos tiveram uma associação inversa com a obesidade abdominal. Em relação ao gasto energético diário, os indivíduos menos ativos apresentaram maior chance de ter %GC elevado (OR: 1,36; IC95%: 1,07-1,71 e obesidade abdominal (OR: 1,40; IC95%: 1,09-1,80. Conclusões: Intervenções relacionadas ao aumento nos níveis de atividade física na população jovem devem ser elaboradas para o combate do excesso de adiposidade corporal.

  10. Saúde e trabalho de mulheres profissionais de enfermagem em um hospital público de Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Maria Leão de Aquino

    Full Text Available O trabalho de Enfermagem, desenvolvido essencialmente por mulheres, envolve numerosos fatores de risco para a saude. Apesar disso, no Brasil, os estudos sobre a saude desse grupo ocupacional praticamente inexistem. Este estudo transversal pretendeu diagnosticar as condic;:oes de saude e trabalho de enfermeiras e auxiliares de enfermagem em urn grande hospital publico. Foram realizadas entrevistas e medidas de peso, altura e pressao arterial no proprio local de trabalho, em 497 trabalhadoras. Especialmente nas auxiliares, foram encontradas altas prevahncias de problemas agudos (45%, e cronicos como dores de coluna (71%, varizes (57,5%,hipertensao arterial (24,9%, transtomos menta is (36,7%, obesidade (16%, problemas digestivos (34,5% e respiratorios (31 %. Ambos os grupos apresentam excessivas jornadas de trablho profissional. Contudo, as auxiliares sao duplamente penalizadas pelo acumulo de trabalho domestico, 0 que contribui para suas piores condições de saude.

  11. Saúde e trabalho de mulheres profissionais de enfermagem em um hospital público de Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Maria Leão de Aquino

    1993-12-01

    Full Text Available O trabalho de Enfermagem, desenvolvido essencialmente por mulheres, envolve numerosos fatores de risco para a saude. Apesar disso, no Brasil, os estudos sobre a saude desse grupo ocupacional praticamente inexistem. Este estudo transversal pretendeu diagnosticar as condic;:oes de saude e trabalho de enfermeiras e auxiliares de enfermagem em urn grande hospital publico. Foram realizadas entrevistas e medidas de peso, altura e pressao arterial no proprio local de trabalho, em 497 trabalhadoras. Especialmente nas auxiliares, foram encontradas altas prevahncias de problemas agudos (45%, e cronicos como dores de coluna (71%, varizes (57,5%,hipertensao arterial (24,9%, transtomos menta is (36,7%, obesidade (16%, problemas digestivos (34,5% e respiratorios (31 %. Ambos os grupos apresentam excessivas jornadas de trablho profissional. Contudo, as auxiliares sao duplamente penalizadas pelo acumulo de trabalho domestico, 0 que contribui para suas piores condições de saude.

  12. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes masculinos nas macrorregiões do Brasil, 1980-2000

    OpenAIRE

    Vasconcelos,Vera Lucia de; Lapa,Tiago Maria; Carvalho,Eduardo Freese de

    2006-01-01

    O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência e a tendência temporal do sobrepeso/obesidade em adolescentes brasileiros do sexo masculino. Métodos: Utilizou-se como fonte de informações o Banco de Dados do Exército Brasileiro. Esses dados foram coletados entre 1980 e 2000 e consta de 4.031.297 adolescentes entre 17 e 19 anos de idade. Foram realizados cinco cortes transversais, e quantificou-se a prevalência do sobrepeso/obesidade. Considerou-se sobrepeso o índice de massa corporal (IM...

  13. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes de uma escola da rede pública do Recife

    OpenAIRE

    Silva,Gisélia Alves Pontes da; Balaban,Geni; Nascimento,Eulália Maria M.; Baracho,Joana Darc Santana; Freitas,Maria Maia V.

    2002-01-01

    OBJETIVOS: determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes de uma escola pública de Recife, Pernambuco, Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de corte transversal com 211 adolescentes de uma escola pública de Recife, no ano de 2000. Sobrepeso foi definido como Índice de Massa Corporal igual ou superior ao percentil 85 e inferior ao percentil 95, para idade e sexo. Obesidade foi definida como Índice de Massa Corporal igual ou superior ao percentil 95. RESULTADOS: as prevalên...

  14. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes escolares do município de Fortaleza, Brasil

    OpenAIRE

    Campos,Lício de Albuquerque; Leite,Álvaro Jorge Madeiro; Almeida,Paulo Cesar de

    2007-01-01

    OBJETIVOS: determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes escolares do Município de Fortaleza, Brasil, e estimar a diferença entre a prevalência nas escolas públicas e privadas segundo sexo e faixa etária (adolescência precoce e tardia). MÉTODOS: estudo de corte transversal realizado no período de março a maio de 2003 com 1158 adolescentes, sendo 571 de escolas públicas e 587 de escolas privadas. Sobrepeso foi definido como indice de massa corporal (IMC) igual ou superior a...

  15. Fatores associados ao nascimento de pequenos para a idade gestacional em adolescentes com idade menor ou igual a 15 anos

    OpenAIRE

    Maria Francisca Alves Alves

    2014-01-01

    Introdução: A gravidez na adolescência é considerada um problema de saúde pública pela alta prevalência e morbimortalidade para a mãe e filho, principalmente em adolescentes mais jovens. Objetivo: Analisar a associação entre os fatores para neonatos pequenos para a idade gestacional. Metodologia: Estudo transversal com uma amostra de 364 puérperas adolescentes com idade menor ou igual a 15 anos, que tiveram parto na maternidade do Hospital da Santa Casa de Misericórdia do Pará (Brasil) entre ...

  16. Identificando adolescentes em situação de rua com potencial para altas habilidades/ superdotação

    OpenAIRE

    Adriana Oliveira Guimarães Cardoso; Maria Alice d'Avila Becker

    2014-01-01

    A presente pesquisa investigou adolescentes em situação de rua com potencial para Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD). O método utilizado foi a Inserção Ecológica abrangendo visão contextualizada mediante a história de vida, características dos sujeitos, concepções sobre as potencialidades nos contextos de interação, fatores de risco e proteção ao desenvolvimento. Os participantes envolveram os técnicos do Programa Municipal Criança Urgente, quatro adolescentes indicados, seus responsáveis...

  17. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    OpenAIRE

    Fortes,Leonardo de Sousa; Filgueiras, Juliana Fernandes; Oliveira,Fernanda da Costa; Almeida,Sebastião de Sousa; Ferreira, Maria Elisa Caputo

    2016-01-01

    Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcu...

  18. Desempenho em teste cardiopulmonar de adolescentes: peso normal e excesso de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamilla Bolonha Gomes

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Sabe-se que o excesso de peso interfere no desempenho físico do cotidiano do adolescente e, consequentemente, na aptidão física e na capacidade cardiorrespiratória. OBJETIVO: O estudo objetivou identificar e comparar os valores das variáveis cardiorrespiratórias no limiar anaeróbico ventilatório (LAV de adolescentes com peso normal e excesso de peso. MÉTODOS: A amostra foi composta por 140 adolescentes de ambos os sexos entre 10 e 14 anos, escolares do município de Vitória, ES, Brasil. Foram mensuradas massa corporal e estatura para cálculo do índice de massa corporal (IMC. Os adolescentes foram divididos em grupo peso normal (GPN e grupo excesso de peso (GEP, realizaram um eletrocardiograma de repouso e um teste cardiopulmonar de exercício em esteira ergométrica (Inbrasport Super ATL utilizando o ergoespirômetro MedGraphics Corporation e o protocolo de rampa. O LAV foi identificado pelo método V-slope e/ou equivalente ventilatório de oxigênio (VE/VO2. Foram analisadas as seguintes variáveis no LAV: consumo de oxigênio (VO2LAV ml.kg-1.min-1, frequência cardíaca (FCLAV bpm, percentuais do consumo máximo de oxigênio (%VO2máxLAV e da FC máxima (%FCmáxLAV, e velocidade (VelLAV km/h, além do consumo máximo de oxigênio (VO2máx ml.kg-1.min-1 e FC máxima (FCmáx. Foi realizado teste t de Student nas comparações entre os grupos, considerando p<0,05 para significância estatística. RESULTADOS: O GPN apresentou valores significativamente maiores no LAV para VO2 ml.kg-1.min-1 (20,0 ±6,4 vs 15,8 ±5,7 e velocidade (7,1 ±0,9km/h vs 6,2 ±1,1km/h, e para o VO2máx (44,6 ±7,6 vs 36,0 ±6,4 quando comparado ao GEP. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que adolescentes com excesso de peso apresentam prejuízo na aptidão cardiorrespiratória não somente ao nível máximo, mas também ao nível submáximo (LAV quando comparados aos adolescentes com peso normal.

  19. Avaliação da cifose torácica em mulheres idosas portadoras de osteoporose por meio da biofotogrametria computadorizada Evaluation of thoracic kyphosis in older adult women with osteoporosis by means of computerized biophotogrammetry

    OpenAIRE

    ACC Rodrigues; CAP Romeiro; LJ Patrizzi

    2009-01-01

    OBJETIVOS: Mensurar e comparar o grau de cifose torácica em mulheres idosas portadoras e não portadoras de osteoporose na coluna por meio da biofotogrametria computadorizada. MÉTODOS: Foram avaliadas 12 mulheres com idade média de 68,5 anos (variação de 65 a 74 anos), divididas em dois grupos. O grupo 1, composto por seis mulheres com diagnóstico densitométrico de osteoporose na coluna (DP: -2,70 a -4,97) e o grupo 2, composto por seis mulheres com diagnóstico densitométrico de osteopenia na ...

  20. A influência de filmes violentos em comportamento agressivo de crianças e adolescentes The influence of violent films on children’s and adolescents’ aggressive behavior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Inez Cunha Gomide

    2000-01-01

    Full Text Available Teóricos da Aprendizagem Social salientam que as pessoas comportam-se de maneira similar a modelos que avaliam com alto status social ou de sucesso. Esta pesquisa foi realizada para avaliar a influência de filmes violentos em comportamento agressivo tanto de crianças como de adolescentes. O experimento I estudou 360 adolescentes, de ambos os sexos, em quatro grupos, um controle e três que tiveram seus comportamentos agressivos, medidos em jogo de futebol, após assistirem a filmes violentos, com e sem herói e não violento. O experimento II registrou os comportamentos agressivos de 160 crianças, dos dois sexos, em jogo de futebol, antes e após assistirem a filme violento e não violento. Os resultados mostraram que o comportamento agressivo das crianças e adolescentes do sexo masculino aumentou após assistirem a um filme violento, com herói, o mesmo não ocorreu com as mulheres. Porém, quando a violência refletiu abuso físico, psicológico ou sexual houve um aumento significativo do comportamento agressivo em adolescentes dos dois sexos. Essa última variável, apesar dos correlatos positivos com comportamento antisocial precisa ser melhor investigada.Social learning authors pointed out that people behave in a way to imitate the pattern which they evaluate as having high social status or success. The present research was designed to assess the influence of violent films on children and adolescents’ aggressive behavior. Experiment I studied 360 adolescents, of both genders, in four groups: one was a control group and the other three watched violent films, with and without a hero, and a nonviolent film. Aggressive behavior was measured in a football game after they had watched the films. Experiment II recorded the aggressive behavior of 160 children, both genders, during a football game, before and after watching a violent and a nonviolent film. The results showed that aggressive behavior of male children and adolescents increased

  1. Acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil Acupuntura en adolescentes con fibromialgia juvenil Acupuncture in adolescents with juvenile fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marialda Höfling P. Dias

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a utilização da acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil. MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado em pacientes com fibromialgia juvenil (critérios do Colégio Americano de Reumatologia submetidos a, pelo menos, 11 sessões semanais de acupuntura. As avaliações antes e após acupuntura incluíram dados demográficos, características da dor musculoesquelética, número de pontos dolorosos (NPD, escala visual analógica (EVA de dor, algiometria e índice miálgico (IM. Durante o estudo, os pacientes puderam usar analgésicos, amitriptilina e foram orientados a praticar atividade física aeróbica. Os resultados antes e após acupuntura foram comparados pelo teste não paramétrico de Wilcoxon. RESULTADOS: Dos 38 pacientes com fibromialgia juvenil acompanhados em oito anos consecutivos, 13 tinham todas as informações nos prontuários e nas fichas de acupuntura e foram avaliados. Destes 13, sete obtiveram melhora nos três parâmetros analisados (número de pontos dolorosos, EVA de dor e IM. As medianas do número de pontos dolorosos e da EVA de dor foram significativamente maiores antes do tratamento quando comparados ao final do tratamento com as sessões de acupuntura [14 (11-18 versus 10 (0-15, p=0,005; 6 (2-10 versus 3 (0-10, p=0,045; respectivamente]. Em contraste, a mediana do IM foi significativamente menor antes do tratamento [3,4 (2,49-4,39 versus 4,2 (2,71-5,99, p=0,02]. Nenhum dos pacientes com fibromialgia juvenil apresentou eventos adversos associados à acupuntura. CONCLUSÕES: Acupuntura é uma modalidade de Medicina Tradicional Chinesa que pode ser utilizada nos pacientes pediátricos com fibromialgia. Futuros estudos controlados serão necessários.OBJETIVO: Describir el uso de acupuntura en adolescentes con fibromialgia juvenil. MÉTODOS: Estudio retrospectivo realizado en pacientes con fibromialgia juvenil (criterios del Colegio Americano de Reumatología sometidos a al menos 11 sesiones

  2. Oficinas em sexualidade humana com adolescentes Workshop in human sexuality with adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alysson Massote Carvalho

    2005-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma experiência de intervenção em orientação sexual com adolescentes em uma cidade do interior de Minas Gerais. Foram sujeitos da intervenção 50 estudantes da 8ª série do ensino fundamental de uma escola municipal da cidade, divididos em 4 grupos, sendo relatada aqui a experiência vivida em um deles, contando com 13 participantes, com idades variando entre 13 e 15 anos, sendo 8 do sexo masculino e 5 do sexo feminino. Utilizando a metodologia de Oficinas em Dinâmica de Grupo procurou-se, juntamente com os adolescentes, a reflexão e elaboração de sentimentos, comportamentos e conhecimentos compartilhados face à sexualidade, levando em consideração suas angústias e inseguranças relacionadas ao tema, e concentrando-se em dialogar sobre os aspectos afetivos e históricos envolvidos na vivência da sexualidade. A partir da análise dos processos grupais, articulados a uma conscientização ético-política dos sujeitos envolvidos, observou-se uma reconstrução/ressignificação dos sentidos atribuídos à sexualidade, ao pertencimento de gênero e ao contexto social mais amplo.The objective of this study was to determine how the intervention in sexual guidance was experienced by adolescents in a small city in Minas Gerais. The research involved 50 8th grade students of the municipal elementary school, divided into 4 groups. This article focuses on only one of these groups, with 13 members, 8 male and 5 female, of ages varying from 13 to 15 years old. The methodology used was that of workshops in group dynamics in order for the adolescents to reflect on their feelings, behavior and knowledge, in relation to sexuality. Participants' distress and insecurity in facing the topic were taken into consideration, and emphasis was placed on the emotional aspect and the life history of the subjects involved, in their experiences with sexuality. The analysis of this group process, demonstrated a

  3. Perfil dermatoglífico e bullying escolar em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Almeida Zequinão

    2017-06-01

    Full Text Available O fenômeno bullying vem sendo tema de diversas pesquisas nos últimos 30 anos, contudo, apenas recentemente, com o intuito de tentar entender e explicar o envolvimento de crianças e adolescentes nesse comportamento violento, pesquisadores têm apontado características individuais como possíveis indicadores de envolvimento nos papéis de participação do bullying escolar. Objetivo: analisar as relações entre aspectos genéticos e participação no bullying escolar, por meio do perfil dermatoglífico de crianças e adolescentes de escolas de Florianópolis, SC. Material e Método: participaram 409 crianças e adolescentes do 3º-7º ano do Ensino Fundamental, em duas escolas públicas. Para avaliação da marca genética utilizou-se o Leitor Dermatoglífico e para os papéis no bullying, utilizou-se uma Escala Sócio Métrica. Resultados: uma associação negativa entre ser vítima e prevalência do desenho LU foi encontrada, bem como uma associação positiva entre ser agressor e prevalência do desenho LR. Conclusão: as diferenças entre os desenhos LR e LU vêm sendo estudadas recentemente e ainda não apontam resultados conclusivos sobre as características específicas de indivíduos com esses tipos de desenhos e possíveis diferenças entre eles. Mais estudos são necessários para investigar se existem relações entre esses desenhos e questões comportamentais e de personalidade, podendo influenciar a participação no bullying.

  4. Crianças e adolescentes com câncer em cuidados paliativos: experiência de familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Vendrami Parra Sanches

    2014-01-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo investigar a experiência dos familiares no cuidar de crianças e adolescentes com câncer, em cuidados paliativos, particularmente nos cuidados ao final da vida. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória, com análise qualitativa dos dados. Participaram do estudo 14 familiares, cuidadores de crianças e adolescentes que morreram por câncer, em acompanhamento em um hospital escola no estado de São Paulo. Os dados empíricos foram organizados ao redor de três temas: "O impacto do agravamento da doença na dinâmina familiar", "Comunicação de más notícias" e "A vivência da família diante dos cuidados paliativos". O estudo mostrou-se relevante para a assistência à criança e ao adolescente com câncer no fim da vida, pois as vivências complexas, dinâmicas e abrangentes das famílias no cuidado da criança e do adolescente poderão contribuir para a compreensão do processo de cuidar à luz dos fundamentos dos cuidados paliativos.

  5. Homofobia e sexualidade em adolescentes: trajetórias sexuais, riscos e vulnerabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Silva Teixeira

    Full Text Available Esta pesquisa é um estudo transversal realizado junto a 2282 estudantes de ambos os sexos que cursavam as três séries do ensino médio em três cidades do interior do oeste paulista. O instrumento de coleta de dados empregado foi um questionário autoaplicável com 131 questões. Neste artigo, abordamos as trajetórias sexuais de adolescentes de ambos os sexos que mantêm práticas sexuais homoeróticas ou não. Discutimos as relações desses adolescentes com seus familiares e grupos de pares e a questão de sair do armário como ferramenta política. Tendo como base as concepções de Sedgwick, analisamos os momentos em que sair do armário pode ser uma entre tantas maneiras de manifestação das diferentes sexualidades em relação à heteronormatividade. Apoiando-nos nas colocações de teóricos pós-estruturalistas, abordamos também as construções teóricas e as produções discursivas sobre a adolescência, apontando novas manifestações da juventude na contemporaneidade. Por fim, percebemos a existência de amplos fatores que afetam as decisões de jovens não heterossexuais quanto a sair (ou não do armário para além da homofobia: eventos pessoais, histórias de vida e mesmo a revelação de sua sexualidade aos pais e/ou a outras pessoas.

  6. Alterações ortopédicas em crianças e adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Brandalize

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A obesidade infanto-juvenil é um problema muito frequente e implica complicações que podem estar presentes precocemente, como as alterações ortopédicas. OBJETIVO: descrever as alterações que atingem o aparelho locomotor em crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade. METODOLOGIA: Foram consultadas as bases de dados MEDLINE, SciELO, LILACS, ISI e base de dados da Universidade de Standford, com a combinação dos seguintes descritores: "obesidade", "complicações", "criança", "dores músculo-esqueléticas", "postura", "alterações ortopédicas", "marcha" e seus respectivos sinônimos em inglês. RESULTADOS: Pôde-se observar que as crianças e adolescentes obesos são mais predispostos a apresentar essas complicações ortopédicas que os indivíduos eutróficos, e os principais problemas relatados foram as alterações posturais, como hiperlordose lombar e joelhos valgos, e dores músculo-esqueléticas, principalmente na coluna lombar e membros inferiores. Os principais fatores que causam esses problemas não são bem definidos, mas incluem aumento da sobrecarga articular associado à fragilidade óssea em fase de crescimento e à diminuição da estabilidade postural, o que conduz ao aumento das necessidades mecânicas regionais. CONCLUSÃO: A identificação precoce dessas disfunções é fundamental para que essas crianças recebam tratamento multidisciplinar adequado.

  7. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.

  8. Análise de aspectos relacionados à sexualidade em site para adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Bovo Facchini

    2004-06-01

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de analisar o tema da sexualidade em um site destinado à população adolescente como um importante veículo promotor de orientação sexual. Destaca-se aqui a importância de analisar criticamente os conteúdos informativos sobre sexualidade disponíveis em um meio de comunicação como a Internet, atualmente muito difundido entre a população jovem. Para analisar o site, selecionou-se 25 matérias que versavam sobre diferentes temas da sexualidade. Os resultados mostram que os assuntos sobre sexualidade são, em geral, apresentados de forma superficial, não promovem a reflexão e não informam com precisão. Além disso, apresentam uma visão distorcida e preconceituosa, reforçando estereótipos e concepções sexuais vigentes. Conclui-se que é fundamental o posicionamento crítico da Psicologia em relação aos veículos de orientação sexual para que estes possam, de fato, garantir o esclarecimento e a orientação ética e não meramente reproduzir padrões sociais. Palavras-chave: internet; sexualidade; adolescência.

  9. Relatos de experiência homossexual em adolescentes masculinos Reports on homosexual experience in male adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella R. Taquette

    2005-04-01

    Full Text Available Na adolescência costuma ocorrer o primeiro contato sexual genital. Ao pesquisarmos a sexualidade dos adolescentes masculinos atendidos no NESA-UERJ, constatamos que 20,3% dos sexualmente ativos já tinham tido experiências homossexuais. Este artigo visa investigar as características desses rapazes que se relacionaram sexualmente com outros homens. Realizamos um estudo transversal, através de entrevistas com adolescentes atendidos no NESA, escolhidos aleatoriamente. Entrevistamos 105 rapazes, sendo 64 com experiência sexual e dentre eles, 13 (20,3% já tinham se relacionado sexualmente com homens. Entre esses últimos, apenas dois (15,4% se consideravam homossexuais e três (23,1% bissexuais. A maioria teve o primeiro coito com mulheres (69,2% e 46,2% do total dos rapazes (n=13 se prostituíram com homens. Encontramos uma associação significativa (pThe first genital contact occurs during adolescence. While studying the sexuality of male adolescents seen in NESA-UERJ, we found out that within the boys whom had started having sex, 20,3% have had homosexual experience. This article aims to analyze the characteristics of those boys whom have had sex with others men. We performed a cross-sectional study randomly interviewing male adolescents in NESA. We interviewed 105 male adolescents, where 64 of those have had sexual relationships. Within those 64, 13 (20,3% have already had sexual contact with another male. Within those 13 adolescents, only two (15,4% considered themselves as being homosexuals and three (23,1% bisexuals. The great majority (69,2% had their first sexual relationship with females and 46,2% of the all boys (n=13 had sex with males for money. There was a significant association (p<0,05 between homosexuality and prostitution. There was not any significant difference between homosexual relationship and the following variables: number of partners greater than two, condom use and being diagnosed with STD. We concluded that the

  10. Adolescentes en puerperio y sus prácticas de cuidado Adolescents in puerperium and their care practices Adolescentes em puerpério e suas práticas de cuidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BERNAL ROLDÁN MARÍA DEL CARMEN

    2009-12-01

    , activity and exercise, non beneficial habits, use of drugs and support systems (1. For analysis, open content answers were grouped by homogeneity, establishing categories and presentation of data in tables with recurrent frequencies. For closed questions, tables and graphs were used, with a percentage distribution. Results showed that ages were between 14 and 20, most of them first-time mothers and with civil union status, incomplete secondary schooling and low social economic income level. Care practices of these puerperas reported that they are still oriented by their families, specially by women in their families: mothers, grandmothers, mothers in law; One should highlight the use of cotton into the ears, kerchiefs on the head and not to expose themselves to natural phenomenon such as cold, sun and rain to prevent “headaches” and reduction of physical activities so that “the womb does not fall down”. It was evident that recommendations given by the nursing community are gaining ground in comparison with these old wives’ tales and they are being followed within their families.O presente levantamento descreve as práticas de cuidado de um grupo de adolescentes em puerpério no Hospital San Rafael de Girardor em 2007. A amostra está constituída por 75 mulheres entre os dias 11 e 40 da etapa pós-parto. A informação foi compilada mediante o questionário “Práticas de auto-cuidado das mulheres na etapa de pós-parto”, versão 21 de maio de 2004, que abrange seis categorias: alimentação, higiene, atividade e exercício, hábitos não proveitosos, uso de medicamentos e sistemas de apoio (1. Para efeitos da análise, as respostas de conteúdo aberto foram agrupadas homogeneamente, estabelecendo categorias e apresentando os dados em tabelas com freqüências de aparição; para as perguntas fechadas, elaboraram-se tabelas e gráficos com distribuição porcentual. Entre os resultados, encontrou-se que a faixa etária das participantes era dentre 14 e 20

  11. Adolescentes en puerperio y sus prácticas de cuidado Adolescentes em puerpério e suas práticas de cuidado Adolescents in puerperium and their care practices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SANDRA LILIANA CARDOZO SILVA

    Full Text Available El presente estudio describe las prácticas de cuidado de un grupo de puérperas adolescentes en el Hospital San Rafael de Girardot en 2007. La muestra la conformaron 75 mujeres entre los días 11 y 40 de postparto. La información se recolectó utilizando el cuestionario " Prácticas de cuidado que realizan consigo mismas las mujeres en el posparto" , versión 21 de mayo de 2004, que comprende 6 categorías: alimentación, higiene, actividad y ejercicio, hábitos no beneficiosos, uso de medicamentos y sistemas de apoyo (1. Para el análisis, las respuestas de contenido abierto se agruparon por homogeneidad estableciendo categorías y presentación de datos en tablas con frecuencias de aparición; para las preguntas cerradas se elaboraron tablas y gráficas con distribución porcentual. Entre los resultados se encontró que las edades de las participantes estuvieron comprendidas entre 14 y 20 años, la mayoría primíparas y con estado civil unión libre, grado de escolaridad secundaria incompleta y nivel socioeconómico bajo. Las prácticas de cuidado en estas puérperas reportaron que aún están orientadas por la familia, especialmente por las mujeres: madres, abuelas y suegras; sobresalen: el uso de algodones en los oídos, pañoleta en la cabeza y no exponerse a fenómenos naturales como el sereno, el sol y la lluvia, para evitar " dolor de cabeza" , y la reducción de la actividad física para que no se " caiga la matriz" . Se observó cómo las recomendaciones brindadas por enfermería, ganan terreno, y son practicadas por las madres al interior de sus familias.O presente levantamento descreve as práticas de cuidado de um grupo de adolescentes em puerpério no Hospital San Rafael de Girardor em 2007. A amostra está constituída por 75 mulheres entre os dias 11 e 40 da etapa pósparto. A informação foi compilada mediante o questionário " Práticas de autocuidado das mulheres na etapa de pósparto" , versão 21 de maio de 2004, que

  12. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gravidez atual, sendo este o motivo do aborto para 67% delas. Conclui-se que existe uma associação entre a vivência de violência doméstica e o aborto provocado. Isso repercute na saúde mental das mulheres, que desenvolvem sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. Necessita-se, portanto, de um olhar por parte dos profissionais de saúde de modo a identificar a violência doméstica enquanto agravo e associá-la ao aborto provocado, o que requer transformação no modelo de formação, incorporando a violência doméstica como objeto da saúde.

  13. Prevalência de isquemia miocárdica na cintilografia em mulheres nos períodos pré/pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Augusto Message dos Santos

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: No período pós-menopausa, a presença dos fatores de risco para doença arterial coronária (DAC aumentam. Entretanto, não é bem estabelecida a diferença de prevalência de isquemia miocárdica em mulheres pré/pós-menopausa com múltiplos fatores de risco para DAC. OBJETIVO: Comparar a prevalência de isquemia na cintilografia de perfusão miocárdica com sestamibi-99mTc (CPM em mulheres nos períodos pré/pós-menopausa e avaliar se a menopausa pode ser considerada fator preditor de risco independente para isquemia em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC. MÉTODOS: Analisamos, retrospectivamente, 500 CPM de mulheres pré/pós-menopausa, com múltiplos fatores de risco cardiovascular. A análise estatística foi realizada por teste exato de Fisher e pelas análises univariada e multivariada, sendo considerado significativo o valor de p < 0,05. RESULTADOS: Do total, 55,9% das mulheres estavam no período pós-menopausa, 83,3% eram hipertensas, 28,9% diabéticas, 61,2% dislipidêmicas, 32,1% tabagistas, 25% obesas e 34,3% já apresentavam DAC conhecida. No grupo pós-menopausa, as mulheres eram mais hipertensas, diabéticas e dislipidêmicas, e tiveram menor capacidade funcional no teste ergométrico (p = < 0,005. Não houve diferença estatística significativa na presença de isquemia na CPM entre os grupos pré/pósmenopausa (p = 0,395. A única variável associada à isquemia na CPM foi a presença de DAC prévia (p = 0,004. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos sugerem que, em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC, a menopausa não foi fator preditor independente de isquemia na CPM. Essas informações reforçam a ideia de que a investigação de isquemia pela CPM em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC talvez deva iniciar antes da menopausa.

  14. Comparação entre duas técnicas de genotipagem do HPV em mulheres com lesão intra-epitelial de alto grau

    OpenAIRE

    Serravalle,Karina; Levi, José Eduardo; Oliveira, Cristina; Queiroz,Conceição; Dantas,Ádila; Studart, Eduardo

    2015-01-01

    OBJETIVO: Comparar o desempenho de duas técnicas de genotipagem de papilomavírus humano (HPV), Linear Array e PapilloCheck, em mulheres com lesão intra-epitelial de alto grau (LIAG).MÉTODOS: Foram selecionadas 88 mulheres com diagnóstico citopatológico de LIAG em 2 centros de referência em patologia cervical em Salvador, Bahia, no período de julho de 2006 a janeiro de 2009. Após o diagnóstico citopatológico de LIAG, foram realizadas a coleta de células do colo uterino para a genotipagem do HP...

  15. Enfrentamento e percepção da mulher em relação à infecção pelo HIV

    OpenAIRE

    Renesto, Helana Maria Ferreira; Falbo, Ana Rodrigues; Souza, Edvaldo; Vasconcelos, Maria Gorete

    2014-01-01

    OBJETIVO Analisar o enfrentamento e as percepções das mulheres em relação à descoberta da infecção pelo HIV. MÉTODOS Estudo qualitativo em Serviço de Assistência Especializada em HIV/aids em Recife, PE, de janeiro a setembro de 2010. Participaram oito mulheres entre 27 e 37 anos de idade vivendo com HIV, assintomáticas, sem critérios de diagnóstico de aids, infectadas por meio de relação sexual, e acompanhadas no serviço há pelo menos um ano. Foram utilizados formulário para caracterizar o ...

  16. Duas grandes transformações ao mesmo tempo: atitudes em relação à alimentação e ao corpo em gestantes adolescentes

    OpenAIRE

    Carolina Marques Oliboni

    2014-01-01

    Introdução - Adolescência e gestação são caracterizadas por intensas transformações relacionadas ao corpo, e ocorrendo concomitantemente podem potencializar riscos para o surgimento de problemas com a imagem corporal, atitudes alimentares disfuncionais e comportamentos de risco para transtornos alimentares. Objetivo - Avaliar as atitudes em relação à alimentação, ao peso e ao corpo de um grupo de adolescentes grávidas. Métodos - Uma amostra de adolescentes grávidas (n=67) foi avaliada por mei...

  17. Um dos desafios da questão social: adolescentes em cumprimento de medida sócioeducativa em Araraquara-SP

    OpenAIRE

    Beretta, Regina Célia de Souza [UNESP

    2010-01-01

    O presente trabalho tem como objeto a discussão das medidas sócio-educativas no município de Araraquara - SP, analisando a sua eficácia, eficiência e efetividade e seus impactos na inclusão social dos adolescentes no cumprimento de medidas de privação de liberdade e meio aberto. Ao se discutir adolescentes nas medidas sócio-educativas, freqüentemente a ênfase é dada às medidas de privação de liberdade e muito pouco se sabe sobre as medidas em meio aberto, campo ainda pouco explorado. Consider...

  18. Prevalência de sedentarismo em adolescentes escolares de uma capital brasileira

    OpenAIRE

    Nascente, Flávia Miquetichuc Nogueira

    2013-01-01

    Introdução: A adolescência é uma fase de transição da infância para a vida adulta, exposta a diversas situações e riscos para a saúde. O sedentarismo é um fator de risco para vários tipos de doenças e conhecer sua prevalência e fatores associados podem ajudar no combate e prevenção de doenças e na promoção da atividade física. Objetivo: Determinar a prevalência de sedentarismo e os níveis de atividade física e fatores associados em adolescentes de 14 a 18 anos, de escolas públi...

  19. Mulheres em situação de abortamento: estudo de caso Women in abortion situation: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Georgia Bianca Martins Bertolani

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho pretende, por meio da abordagem qualitativa e a partir de estudo de caso, analisar as narrativas de 19 mulheres em situação de abortamento, que foram atendidas no Hospital da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam do município de Vitória. A coleta dos dados foi realizada com o uso de técnicas de observação participante, entrevista com roteiro semiestruturado, registro em diário de campo e análise de prontuário. Os dados se apresentam a partir da construção de narrativas, segundo o modelo proposto por Bourdieu (2003; a análise das entrevistas gravadas seguiu a orientação de Pope e colaboradores (2006, com a consequente construção de categorias empíricas emergentes das narrativas. As categorias emergentes das narrativas das mulheres foram divididas em quatro: as experiências reprodutivas; como as mulheres perceberam-se grávidas; a experiência do abortamento; e o atendimento nos serviços de saúde. Os resultados demonstraram que a assistência não contempla suas necessidades de saúde, nem respeita seus direitos reprodutivos. Elas caracterizam o atendimento como ruim, ineficiente, preconceituoso, independentemente de terem provocado ou não o abortamento.This research intends to analyze, through a qualitative approach and a case study, the narratives of 19 women in abortion situation, who were assisted in the HUCAM (Hospital of the Federal University of the city of Vitoria, state of Espírito Santo. The data collection was made through participative observation techniques, semi-structured interviews, registrations on a field notebook and analysis of the women's medical records. The data were presented through the construction of narratives, following the model proposed by Bourdieu (2003; the analysis of the recorded interviews followed the orientation of Pope et al. (2006, with the construction of empiric categories that emerged from the narratives. Four categories emerged from the women's narratives

  20. Diagnóstico molecular de HPV em amostras cérvicovaginais de mulheres que realizam o papanicolaou

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilaine Leimann Kenne

    2014-12-01

    Full Text Available A infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV representa um importante problema de saúde pública por sua alta transmissibilidade e atuar no desenvolvimento de lesões cérvico-vaginais e câncer do colo de útero. Objetivo: realizar a pesquisa molecular do vírus HPV em amostras cérvico-vaginais de mulheres que realizam a coleta de papanicolau ou pelo Serviço Integrado de Saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul e pelo Centro Materno Infantil no município de Santa Cruz do Sul-RS. Método: foi realizado um estudo transversal no período entre março a junho de 2014. O estudo baseou-se na coleta de dados clínicos epidemiológicos e na análise de amostras cérvico-vaginais de 62 mulheres, através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR para presença do HPV, utilizando os primers consenso MY09/MY11; para a detecção dos genótipos 16 e 18, foram utilizados primers específicos. Resultados: o DNA-HPV foi encontrado em 2 mulheres participantes do estudo (3,2%. Destes casos positivos para HPV, uma participante apresentou HPV 16 de alto risco oncogênico, com alteração intra-epitelial de alto grau no exame citológico. Considerações finais: com o método molecular foi possível identificar o vírus HPV e o subtipo 16. Os métodos moleculares servem para auxiliar o método tradicional do papanicolau, identificar lesões pré-neoplásicas, infecções latentes ou subclínicas e relacionar o tipo viral envolvido na infecção.

  1. Personalidade e comportamentos problema: um estudo comparativo com adolescentes em contexto escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato G. Carvalho

    2014-03-01

    Full Text Available Neste estudo transversal analisámos a relação entre os comportamentos problema ao nível da indisciplina, desrespeito e conflituosidade dos adolescentes, em contexto escolar, e a personalidade e a psicopatologia, operacionalizadas nas dimensões PSY-5 do MMPI-A. Participaram no estudo 351 estudantes do 9º ao 12º ano, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos, distribuídos em três grupos diferentes, de acordo com o reporte da frequência de comportamentos problema. Os instrumentos foram a versão experimental portuguesa do MMPI-A e um questionário sobre diferentes dimensões do percurso escolar, em que se incluem os comportamentos problema. Através de análise estatística multivariada, verificámos diferenças significativas entre os grupos nas dimensões PSY-5, num padrão em que o grupo de maior frequência de comportamentos problema apresenta resultados superiores no MMPI-A. Os resultados são interpretados numa perspetiva que sublinha a relevância da personalidade na adaptação à vida escolar, bem como a importância da existência de técnicas de avaliação psicológica de forma a detetar, em contexto de normalidade, estudantes em risco de desenvolvimento de trajetórias inadaptativas.

  2. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Domingues do Nascimento

    2013-06-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirurgia, observa-se uma acentuada melhora das condições físicas e emocionais, as quais influenciam e são influenciadas pela reformulação positiva do autoconceito. Todavia, o emagrecimento tanto pode acarretar demandas estéticas irrealizáveis como certas vivências de despersonalização, as quais favorecem a desadaptação emocional ou a ocorrência de transtornos psíquicos. Pelas mudanças identitárias que acarreta, a cirurgia exige, preventivamente, o acompanhamento e o apoio psicológico às mulheres que a realizam.

  3. Panorama da violência sexual contra crianças e adolescentes em municípios cearenses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana Hilário Magalhães

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever o panorama da violência sexual contra crianças e adolescentes em municípios do litoral e do sertão do estado do Ceará, Brasil. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo realizado em 2014 com análise de dados secundários do “Disque 100” relacionados aos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes nos municípios do estado do Ceará, Brasil, referentes ao triênio 2011-2013. Resultados: Foram analisados 210 municípios do sertão cearense, dentre eles o município de Acopiara com 18 (10,8% denúncias, sendo destaque para casos de denúncias por abuso sexual contra crianças e adolescentes. Dentre os municípios litorâneos, Caucaia representa o maior número de denúncias, com 112 (35.07% casos de abuso sexual. Conclusão: O estudo é uma alerta às autoridades e à comunidade para atentarem aos casos de violência sexual (exploração e abuso contra crianças e adolescentes que estão ocorrendo nos diversos municípios cearenses, principalmente na região litorânea.

  4. Qualidade de vida e autoestima de mulheres praticantes de musculação e ginástica em academia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rômulo Tafarello

    2015-10-01

    Full Text Available Objetivo: analisar a qualidade de vida (QV e a autoestima (AE de mulheres praticantes de musculação e ginástica em academias do município de Maringá, estado do Paraná. Método: Foram avaliadas 30 mulheres, divididas em dois grupos de 15 pessoas, sendo grupo A (praticantes de musculação e o grupo B (praticantes de ginástica. Para avaliação de QV utilizou-se o questionário WHOQOF-BREF, e para avaliação da AE, a Escala de Autoestima desenvolvida por Rosenberg. Resultados: Não houve diferença significativa nos domínios de QV e na AE, quando comparados em função do tipo de exercício praticado pelas mulheres avaliadas, indicando que as mulheres praticantes de ginástica e musculação possuem percepções de QV e AE semelhantes. Conclusão: Verificou-se que são boas a boa a QV e a AE das mulheres praticantes de musculação e ginástica do município de Maringá, estado do PR. Concluiu-se também que existe impacto significativo da autoestima na percepção da auto avaliação da QV nas mulheres praticantes de ginástica, e da AE na percepção de QV nos domínios de relações sociais e meio ambiente nas praticantes de musculação.

  5. Relação entre percepção e comportamento de risco e níveis de habilidades cognitivas em um grupo de adolescentes em situação de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Aparecida Paulino

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre inteligência verbal e não verbal, percepção e intenção de apresentar comportamentos de risco. Quarenta e oito adolescentes, sendo 22 homens e 26 mulheres, com média de idade de 16 anos, responderam três instrumentos: Escala de Percepção e Intenção de Apresentar Comportamento Arriscado, bateria de provas de raciocínio e Teste de Matrizes Progressivas de Raven. Os resultados indicaram classificação média quanto à inteligência. Houve diferença significativa entre os gêneros para o raciocínio mecânico, com homens apresentando desempenho melhor que mulheres. Observaram-se correlações positivas entre percepção de risco legal ético e percepção de risco à saúde, raciocínio verbal e percepção de risco legal-ético e com percepção de risco à saúde, raciocínio mecânico e intenção de apresentar comportamento de risco legal-ético e com intenção de apresentar comportamento de risco financeiro. Constataram-se relações entre inteligência e percepção de risco, sendo que as habilidades intelectuais superiores parecem ajudar o indivíduo a perceber melhor as situações de risco, mas não garantem evitação de comportamentos que gerem punições e sanções derivadas do contato com o risco. Estudos como este ajudam a avaliar elementos ligados ao risco que devem ser abordados em programas sociais de cunho preventivo que visem adolescentes, como o projeto no qual esta amostra está inserida.

  6. As mulheres e a música em Portugal na transição do século XIX-XX: o caso de Guilhermina Suggia

    OpenAIRE

    Pitacas, Irina Isabel Martins

    2009-01-01

    Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação Na música clássica, a prática musical das mulheres, nomeadamente das provenientes da burguesia e nobreza, permaneceu, durante largos anos, confinada à esfera privada, onde lhes era permitido cantar e/ou tocar determinados instrumentos como o piano. Porém, a passagem do século XIX para o XX é marcada por uma mudança do papel da mulher na sociedade e consequentemente na música, com o aparecimento das primeiras solistas e das primei...

  7. Análise da composição da matriz extracelular das camadas urotelial e muscular da bexiga de mulheres em diferentes idades

    OpenAIRE

    Jorge Luiz Alves Brollo

    2011-01-01

    A complacência da bexiga depende de músculos lisos, fibras colágenas, fibras elásiticas e suas relações. O objetivo deste trabalho é determinar a composição da matriz extracelular em amostras de bexigas normais através de análise bioquímica de colágeno e glicosaminoglicanos em amostras obtidas de mulheres em diferentes grupos de idade, analisando separadamente as camadas urotelial e muscular. Avaliamos 17 amostras de bexiga divididas em três grupos: infância (N=5), menacme (N=6) e pós-menopau...

  8. Aspectos sociodemograficos e clinicos da qualidade de vida relacionada a saude bucal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Glazer Peres

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência e identificar fatores sociodemográficos e parâmetros bucais associados ao impacto negativo da condição bucal na qualidade de vida de adolescentes. MÉTODOS: Foram analisados dados de 5.445 adolescentes entre 15 e 19 anos que participaram do inquérito nacional de saúde bucal (SBBrasil 2010, considerando a complexidade do desenho amostral. O desfecho foi a qualidade de vida relacionada à saúde bucal, avaliada por meio do questionário Oral Impacts on Daily Performance e analisada de forma discreta. As variáveis de exposição foram sexo, cor da pele, escolaridade, renda familiar, idade, cárie não tratada, perda dentária, dor de dente, oclusopatias, sangramento gengival, cálculo dentário e bolsa periodontal. Foram conduzidas análises de regressão de Poisson e apresentadas as razões de médias (RM, com respectivos intervalos de 95% de confiança (IC95%. RESULTADOS: Dos pesquisados, 39,4% relataram pelo menos um impacto negativo na qualidade de vida. Após o ajuste, a média do impacto negativo foi de 1,52 (IC95%1,16;2,00 vez maior no sexo feminino e 1,42 (IC95% 1,01;1,99, 2,66 (IC95% 1,40;5,07 e 3,32 (IC95% 1,68;6,56 vezes maior nos pardos, amarelos e indígenas, respectivamente, em relação aos brancos. Quanto menor a escolaridade, maior a média de impacto negativo (RM 2,11, IC95% 1,30;3,41, assim como em indivíduos com renda familiar até R$ 500,00 (RM 1,84, IC95% 1,06;3,17 comparados aos de maior renda. Encontrou-se maior impacto na qualidade de vida entre adolescentes com quatro ou mais lesões de cáries não tratadas (RM 1,53, IC95% 1,12;2,10, uma ou mais perdas dentárias (RM 1,44, IC95%1,16;1,80, com dor de dente (RM 3,62, IC95% 2,93;4,46 e com oclusopatia grave (RM 1,52, IC95% 1,04;2,23 e muito grave (RM 1,32, IC95% 1,01;1,72. CONCLUSÕES: Os adolescentes brasileiros relataram alto impacto negativo da saúde bucal na sua qualidade de vida. A iniquidade em sua distribuição deve ser

  9. Novas problemáticas sociais: o uso do crack em mulheres e a perspectiva de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Limberger

    2015-04-01

    Full Text Available Objetiva-se compreender o uso do crack e as características clínicas de mulheres, através da perspectiva de gênero. Trata-se de um estudo de caso, de caráter qualitativo. Participou deste estudo uma gestante usuária de crack, em internação hospitalar. Os instrumentos foram: entrevista semiestruturada; MINI 5.0; Screening Cognitivo do WAIS-III e SCID-II. As comorbidades encontradas foram: transtorno de ansiedade generalizada, episódio (hipomaníaco passado e transtorno de personalidade antissocial. As funções cognitivas estavam preservadas. A gestação motivou a internação e a trajetória de vida permeada por violências e vulnerabilidades foi evidenciada, onde o preconceito dificultou o acesso ao tratamento.

  10. TAXA DE DESENVOLVIMENTO DE FORÇA E ATIVAÇÃO NEURAL EM MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Piettra Moura Galvão Pereira

    Full Text Available RESUMO Introdução: O envelhecimento associa-se à redução da velocidade de contração e ativação das fibras musculares, influenciando a aptidão física e o desempenho funcional. Objetivo: Verificar o comportamento da taxa de desenvolvimento de força (TDF e ativação neural em mulheres pós-menopausadas. Métodos: Vinte e quatro mulheres pós-menopausadas (63,2 ± 5,6 anos; 154,5 ± 7,3 cm e 64,7 ± 7,6 kg, funcionalmente independentes e fisicamente ativas, foram submetidas simultaneamente, à mensuração da força isométrica máxima e dos sinais eletromiográficos (EMG dos seguintes músculos: vasto lateral (VL, reto femoral (RF e vasto medial (VM, durante uma extensão unilateral do joelho do membro dominante. Tais resultados foram utilizados para calcular a TDF, o impulso contrátil, em intervalos de 20 ms nos primeiros 200 ms da contração muscular pelo uso da curva força/tempo, a taxa de ativação EMG (TAE e a amplitude média EMG, em intervalos de 40 a 80 ms do início da integração EMG pelo uso da curva EMG/tempo. Resultados: Os valores da força variaram entre 29,19 a 86,04 N.m; a TDF variou de 1459,42 N.m.s-1 para 430,21 N.m.s-1 em 20 ms e 200 ms respectivamente, apontando valores decrescentes com o tempo; para o impulso foram observados valores entre 0,65 a 11,07 N.m.s; na mesma direção da TDF, a TAE apresentou valores decrescentes para o VL (1676,08 a 844,41 µVs-1, para o RF (1320,88 a 637,59 µVs-1 e para o VM (1747,63 a 914,09 µVs-1 em 20 e 200 ms, enquanto a amplitude EMG média teve valores de 33,77 a 50,32 µV para o VL, de 24,93 a 38,07 µV para o RF e de 37,07 a 54,78 µV para o VM em 40 ms e 80 ms, respectivamente. Conclusão: Em mulheres pós-menopausadas, a velocidade de aumento, a manutenção da força e a ativação EMG não são suficientes para manter TDF e TAE crescentes, demonstrando um possível risco de incapacidades funcionais e ocorrência de quedas.

  11. A permanência de mulheres em situações de violência: considerações de psicólogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Madge Porto

    Full Text Available O objetivo desse artigo é identificar o que pensam psicólogas que atendem ou atenderam mulheres em situação de violência doméstica/conjugal, e as motivações para a permanência de algumas delas nessas situações. A proposta metodológica é um estudo qualitativo, utilizando-se entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo. Os resultados apontam como motivação para as mulheres permanecerem em situação de violência: a força do patriarcado; as marcas identitárias do amor romântico e os ganhos secundários das mulheres na experiência vivida. Esses resultados confirmam em parte estudos anteriores, porém, algo novo se destaca. Ao contrário do que apresentam alguns estudos, as psicólogas consideram a determinação sociocultural do fenômeno da violência contra as mulheres na construção do sofrimento psíquico e da intervenção proposta.

  12. Variáveis pessoais e contextuais associadas a comportamentos de risco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este estudo investigou o engajamento de adolescentes brasileiros em comportamentos de risco (uso de substâncias, comportamento sexual de risco, comportamento antissocial e comportamento suicida, buscando identificar os fatores de risco e proteção pessoais e contextuais mais associados com esses comportamentos. Métodos Participaram 1.332 adolescentes de 12 a 19 anos (M = 15,68; DP = 1,60, de ambos os sexos. Resultados O engajamento em comportamentos de risco variou em função da idade e do sexo, e o uso de substâncias foi o tipo de comportamento de risco mais prevalente entre os que foram investigados. Os fatores significativamente associados à adoção desses comportamentos foram violência intra- e extrafamiliar, ter amigos próximos ou familiares que usam drogas, eventos estressores e elevado nível de autoeficácia; enquanto os fatores que se mostraram protetores foram elevado nível de autoestima, expectativas positivas quanto ao futuro e percepção de positividade nas relações com família, escola, religião e comunidade. Conclusão O estudo permitiu identificar algumas características da manifestação de comportamentos de risco na adolescência, com destaque para a prevalência mais alta do uso de substâncias e a coocorrência de diferentes tipos de comportamentos de risco. Dentre os fatores de risco mais associados com o engajamento em comportamentos de risco, destacaram-se a presença de eventos estressores ao longo da vida e a proximidade com amigos que usam drogas. A partir disso, sugere-se investir na minimização de fatores de risco e na potencialização de fatores protetivos para a promoção do desenvolvimento saudável durante a adolescência.

  13. Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maichelei Hoffmann

    2015-05-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os padrões alimentares e sua relação com o estado menopáusico.Métodos: Estudo transversal com 646 mulheres em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil. O consumo alimentar foi avaliado por questionário de frequência e cinco padrões alimentares foram identificados através da análise de componentes principais. O estado menopáusico foi classificado em pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa.Resultados: Identificaram-se cinco padrões alimentares: frutas e verduras, brasileiro (arroz, feijão e leite, lanches (bolo, xis, pizza, cuca, prudente (peixe, suco natural, pão integral e sopa de legumes e regional (alimentos típicos na serra gaúcha como carnes vermelhas, aipim e massas. Após ajuste para características sociodemográficas, não verificou-se associação significativa entre o estado menopáusico e os padrões alimentares. Apenas idade, escolaridade e renda mostraram-se associadas com padrões alimentares.Conclusão: Foram identificados cinco padrões alimentares que descreveram o consumo alimentar da população estudada, sendo estes semelhantes ao indicado como ideal para a população brasileira. Nossos achados indicam que o padrão alimentar das mulheres no climatério possui influência significativa da idade, escolaridade e renda e que não sofre influência do estado menopáusico.

  14. Efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a musculatura pélvica em mulheres incontinentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Guerra Valente

    2015-10-01

    Full Text Available A incontinência urinária é definida pela Sociedade Internacional de Continência como a perda involuntária de urina. É uma condição multifatorial, que acomete ambos os sexos, em diversas idades. O envelhecimento, a multiparidade e cirurgias prévias são alguns dos fatores que levam à disfunção da musculatura perineal. Objetivo: avaliar os efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a força dos músculos do assoalho pélvico em um grupo de seis mulheres com incontinência urinária de esforço. Método: as participantes foram submetidas à ficha de avaliação, testes de força perineal e teste de ativação do músculo transverso do abdômen, pré e pós-tratamento. Foram realizadas 10 sessões fisioterapêuticas. Ao final do tratamento, as pacientes foram reavaliadas e os dados foram analisados pela estatística descritiva. Resultados: observou-se melhora na força do assoalho pélvico, bem como melhora na ativação do transverso abdominal. Considerações finais: o protocolo da ginástica abdominal hipopressiva parece ser um método eficiente para auxiliar mulheres com incontinência urinária de esforço, pois aumentou a força perineal e ativou o músculo transverso do abdômen nas participantes deste estudo.

  15. Qualidade de vida de mulheres tratadas de câncer de mama em uma cidade do nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Barros Bezerra

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de mulheres tratadas cirurgicamente de câncer de mama no Hospital de Referência Estadual em Oncologia de São Luís (MA. A qualidade de vida foi avaliada pelo Functional Assessment of Cancer Therapy-Breast (FACT-B. As variáveis foram expressas em média e desvio padrão; e a análise estatística constou da Anova ou Kruskal Wallis e Teste t de Student ou Mann-Whitney. O nível de significância foi α < 5%. Na estatística foram usados o Stata 9.0 e o BioEstat 5.0. Participaram 197 mulheres com idade média de 53,0 ± 11,7 anos. Os valores médios do FACT-B demonstraram tendência para boa qualidade de vida, sendo o domínio Emocional o mais comprometido e a Subescala Câncer a mais favorável. O tipo de cirurgia influenciou os domínios Social, Emocional e Subescala câncer do questionário. A cirurgia não conservadora apresentou piores níveis de qualidade de vida. Viu-se relação estatística significante entre o tempo de cirurgia e os domínios Físico, Emocional e Funcional, bem como entre tempo de cirurgia e os escores do FACT-B. O tratamento adjuvante influenciou todos os domínios do FACT-B. A qualidade de vida encontrada foi relativamente boa, mas influenciada negativamente pela cirurgia não conservadora, pelo menor tempo desde a cirurgia e pelas terapias adjuvantes.

  16. Fatores associados ao sobrepeso em crianças : adolescentes e adultos do municipio do Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Vania Maria Ramos de Marins

    2002-01-01

    Resumo: Investigou-se a associação entre sobrepeso nas crianças, adolescentes e adultos da cidade do Rio de Janeiro, com fatores socioeconômicos e demográficas. Utilizou-se uma amostra probabilística de base domiciliar, em dois estágios, através de entrevista e exame físico. A casuística compreendeu crianças e adolescentes de seis a dezenove anos e adultos acima de vinte anos. A tese foi dividida em três artigos: o primeiro abordou a população adulta com idade acima de vinte anos. Para class...

  17. Repercussões psicológicas do adoecimento e tratamento em mulheres acometidas pelo câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandra Rossi

    Full Text Available A literatura evidencia que o diagnóstico e o tratamento do câncer de mama afetam a condição emocional da mulher. Este estudo teve como objetivo investigar as repercussões psicológicas associadas ao adoecer em mulheres com câncer de mama que já foram submetidas à mastectomia (total ou parcial, radioterapia e quimioterapia. Aplicou-se uma entrevista individual semi-estruturada a 10 pacientes, com idades compreendidas entre 41 e 50 anos. Os resultados mostram que as repercussões psicológicas variam de acordo com a fase do adoecimento e tratamento (pré-diagnóstico, diagnóstico, tratamento e pós-tratamento, afetando o ajustamento psicossocial de maneira diferente nos estágios identificados, prejudicando a qualidade de vida da mulher acometida.

  18. "Carne crua e torrada": a experiência do sofrimento de ser queimada em mulheres nordestinas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiani Nobre de Arruda

    2014-10-01

    Full Text Available No Nordeste brasileiro, a morte por fogo é uma ameaça onipresente e banalizada entre mulheres empobrecidas. Este estudo antropológico descreve a experiência do sofrimento de ser queimada. Em 2009, foram investigados seis casos “ricos em informação” no Centro de Queimados, Fortaleza, Ceará, Brasil. Entrevistas etnográficas abertas com informantes-chave, narrativas de experiências vividas e observação participante na clínica e no domicílio foram realizadas. Utilizamos os métodos Análise de Conteúdo, Sistemas de Signos, Significados e Ações e Interpretação Semântica Contextualizada. Revelou-se que as metáforas emergentes são carregadas de significância cultural da “monstruosidade” e da violência de gênero pelo fogo – inscrita impiedosamente no corpo feminino. O “acidente por combustível” (álcool esconde a cruel realidade de “carne crua e torrada”. A cicatriz é capaz de desfigurá-las em “não-pessoas”, maculando sua reputação moral e gerando a rejeição social. No Nordeste brasileiro, a vulnerabilidade social provocada pela sequela da queimadura exige uma política de humanização do cuidado.

  19. Qualidade de vida, satisfação sexual, morbilidade psicológica e "Coping" em mulheres com incontinência urinária

    OpenAIRE

    Senra, Cláudia Andreia Torres

    2012-01-01

    Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia da Saúde) Este estudo tem como objetivo avaliar a qualidade de vida, a satisfação sexual, a morbilidade psicológica e as estratégias de coping em mulheres com incontinência urinária. A amostra é constituída por 80 mulheres com diagnóstico de incontinência urinária acompanhadas no Hospital de Braga, com uma média de idades de 45.59 e um desvio padrão de 12.04. Os instrumentos utilizados foram: ...

  20. Rastreamento anterior para câncer de colo uterino em mulheres com alterações citológicas ou histológicas

    OpenAIRE

    Rama,C; Roteli-Martins,C; Derchain,S; Longatto-Filho,A; Gontijo,R; Sarian,L; Syrjanen,K; Ching,T; Aldrighi,J

    2008-01-01

    OBJETIVO: Analisar a história de rastreamento citológico anterior em mulheres que apresentaram alterações citológicas e confirmação histológica para câncer cervical. MÉTODOS: Estudo transversal com 5.485 mulheres (15-65 anos) que se submeteram a rastreamento para o câncer cervical entre fevereiro de 2002 a março de 2003, em São Paulo e Campinas, SP. Aplicou-se questionário comportamental e foi feita a coleta da citologia oncológica convencional ou em base líquida. Para as participantes com al...

  1. Em busca de novos papeis : imagens da mulher leitora no Brasil (1890-1920)

    OpenAIRE

    Barbara Heller

    1997-01-01

    Resumo: Mulheres leitoras, dos mais diversos matizes -- brancas, mulatas, ricas e instruídas, pobres e ignorantes fazem parte do universo de vários romances escritos entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX, como se pode observar nas obras de França Júnior, Coelho Neto, Machado de Assis, Valentim Magalhães, Lima Barreto, Júlia Lopes de Almeida, Adolfo Caminha e Rachei de Queirós. Embora ficcionais, essas leitoras parecem sugerir a lenta e tortuosa trajetória das brasile...

  2. Experiência de educação em saúde sobre sexualidade com adolescentes institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Zukowsky-Tavares

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever a experiência de um projeto de ação que consistiu em fomentar a reflexão e a aprendizagem sobre sexualidade saudável por meio da educação em saúde. Síntese dos dados: Trata-se de um relato de experiência de uma atividade de extensão universitária realizada em novembro de 2015, com envolvimento de graduandos e mestrandos, em uma unidade da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo do Adolescente – Fundação CASA, no município de São Paulo/SP, Brasil. Na experiência, houve participação de 75 adolescentes internos do sexo masculino. O projeto enfatizou o envolvimento dos adolescentes e gestores em etapas como: 1. Levantamento de questionamentos na temática; 2. Discussão e busca de fontes de pesquisa pelos mestrandos; 3. Elaboração, aplicação e avaliação do projeto de ação, em formato carrossel, alternando três grupos: anatomia e cuidados com o aparelho reprodutor masculino, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs, e estilo de vida saudável e sexualidade. Conclusão: Por meio da ação educativa em saúde foi proposta a reflexão por um pensar a sexualidade, tanto na dimensão higiênica preventiva como na orientação a hábitos de vida promotores de saúde.

  3. Caracterização da violência sexual em mulheres atendidas no projeto Maria-Maria em Teresina-PI Characterization of sexual violence against women in the Maria-Maria project in Teresina, PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ione Maria Ribeiro Soares Lopes

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as características da violência sexual contra mulheres, os tipos de crimes sexuais e as lesões corporais resultantes. METODOS: estudo descritivo baseado nas informações de 102 prontuários de vítimas de violência sexual atendidas no Projeto Maria-Maria, de março de 2002 a março de 2003, que atendiam aos critérios de elegibilidade. Foram descritos as características da violência, os tipos de crime e as lesões corporais sofridas. Para tabulação e análise dos dados utilizou-se o programa Epi-Info, versão 6.04, para percentual simples e distribuição de freqüência. RESULTADOS: a idade das vítimas variou de 1 a 68 anos; 65,7% eram menores de 20 anos e uma em cada quatro tinham até nove anos de idade. A maioria era solteira (78,3% e com baixa escolaridade (74,2%. O crime predominou no período noturno (64,7%, em local ermo com maior freqüência (39,2%, seguido da residência da vítima (34,3%, e no local da abordagem (67,6%. Entre as vítimas adolescentes predominou perpetrador desconhecido, ao passo que as crianças foram vítimas exclusivamente de homens conhecidos. No caso de crianças menores de dez anos o atentado ao pudor foi o crime mais freqüente (73,8% e para as adolescentes, o estupro (66,4%. Os traumas corporais ocorreram em 76,7% dos casos, destacando-se os hematomas, edema vulvar e escoriações. CONCLUSÕES: a violência sexual predominou em crianças e adolescentes, solteiras e com baixa escolaridade. A agressão ocorreu mais à noite, por desconhecidos, em local ermo nas adolescentes e por conhecidos (vizinhos principalmente, nos domicílios, nas crianças. O estupro prevaleceu em maiores de dez anos e o atentado violento ao pudor nas crianças de um a nove anos, habitualmente associados a traumas genitais e corporais.PURPOSE: to evaluate the characteristics of sexual violence against women, the types of sexual crimes and resulting body lesions. METHODS: descriptive study based on the

  4. Semiótica de ser mãe adolescente: construção identitária de adolescentes em ciclo gravídico-puerperal

    OpenAIRE

    Rodrigues, Francisco Rafael de Araújo; Crespo, Sandrina Sofia da Silva; Silva, Edite Lopes da; Bruno, Raphael Camurça; Amaral, Letícia Reis

    2016-01-01

    A maternidade na adolescência como fenômeno cultural, quando estudada através de uma rede de significados, constitui excelente ensaio para compreensão humana. Objetivou-se identificar a regularidade semântica utilizada por adolescentes em ciclo gravídico-puerperal sobre ser mãe nesta fase da vida. Estudo descritivo, com 317 testes de associação livre de palavra com adolescentes em ciclo gravídico-puerperal, analisados por estatística descritiva e análise fatorial por correspondência. Os prece...

  5. Prevalência e fatores associados aos comportamentos sedentários em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Jaudy Pedroso Dias

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar a prevalência e fatores associados aos comportamentos sedentários em adolescentes. MÉTODOS Estudo transversal com adolescentes de 10 a 17 anos de idade, de ambos os sexos, pertencentes a uma coorte de nascimentos entre 1994-1999 na cidade de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Para o levantamento dos dados, foi utilizado um questionário contendo informações sociodemográficas, econômicas e de estilo de vida e aferição de dados antropométricos. Determinou-se como comportamento sedentário o uso de televisão e/ou computador/vídeo games por um tempo igual ou superior a 4 horas/dia. Avaliou-se a associação de comportamentos sedentários com o índice de massa corporal, tanto na infância quanto na adolescência, e com variáveis sociodemográficas e comportamentais por meio de regressão logística hierarquizada. RESULTADOS A prevalência global de comportamentos sedentários foi de 58,1%. Dos 1.716 adolescentes estudados, 50,7% (n = 870 eram do sexo masculino. Na análise multivariada, após ajuste para fatores de confusão, as variáveis que permaneceram associadas com os comportamentos sedentários foram: idade (14 anos ou mais (OR = 3,51; IC95% 2,19;5,60; classe econômica elevada (OR = 3,83; IC95% 2,10;7,01; maior nível de escolaridade da mãe (OR = 1,81; IC95% 1,09;3,01; residir no interior (OR = 0,49; IC95% 0,30;0,81; atividade física insuficiente (OR = 1,25; IC95% 1,02;1,53; experimentação de bebidas alcoólicas (OR = 1,34; IC95% 1,08;1,66 e excesso de peso na adolescência (OR = 1,33; IC95% 1,06;1,68. CONCLUSÕES A elevada proporção de adolescentes em atividades sedentárias e a não associação dessas atividades na adolescência com o excesso de peso na infância indicam a necessidade de intervenções para redução de vários comportamentos de risco. O incentivo à prática de atividade física como forma de reduzir os comportamentos sedentários e consequentemente o excesso de peso entre os jovens torna

  6. Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey e Health Assessment Questionnaire em mulheres submetidas à abdominoplastia em âncora após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Omonte, Ivan René Viana [UNIFESP

    2011-01-01

    Introdução: A cirurgia bariatrica tem possibilitado perda de peso com consequente excesso de pele e tela subcutanea. A abdominoplastia em ancora auxilia na melhora das deformidades resultantes da perda de peso. OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e a capacidade funcional em mulheres submetidas a abdominoplastia em ancora apos cirurgia bariatrica. METODOS: Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey e Health Assessment Questionnaire foram utilizados para mensuracao prospectiva de...

  7. Sofrimento psíquico de mulheres em fase de climatério usuárias da estratégia saúde da família em Teresina-PI

    OpenAIRE

    Cavalcante, Ana Celia Sousa

    2007-01-01

    O climatério é uma fase que pode ser vivenciada com sofrimento, dependendo da sensibilidade individual ou perfil psicológico e capacidade de adaptação às mudanças provocadas pelas alterações hormonais. O presente estudo tem como objetivos compreender o sofrimento psíquico de mulheres na fase do climatério as quais estiveram sob os cuidados realizados pela equipe Saúde da Família em Teresina PI; compreender a vivência da fase do climatério por mulheres usuárias de uma USF, em seus aspectos e...

  8. Autoestima e cárie dentária em adolescentes: um estudo seccional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Espíndola LUNARDELLI

    Full Text Available Resumo Introdução A cárie dentária na adolescência continua sendo um importante problema de saúde pública; entretanto, a sua relação com os fatores psicológicos é pouco estudada. Objetivo Estudar a possível associação entre aspectos de autoestima e cárie dentária em adolescentes. Material e método Estudo transversal envolvendo amostra de 409 adolescentes de 13 municípios do sul do Brasil. A cárie foi avaliada segundo critérios da Organização Mundial da Saúde e a autoestima, pela Escala de Rosenberg. O teste do qui-quadrado foi utilizado para determinar a significância estatística das associações. Para ajustar para variáveis de confusão, foi utilizada a regressão loglinear de Poisson com estimativa robusta. Resultado Foram observadas associações positivas entre presença de dentes cariados e alguns aspectos da escala de autoestima: “Às vezes, eu acho que não presto para nada” (p <0,001; “Eu gostaria de poder ter mais respeito comigo mesmo” (p=0,016, e “Eu, com certeza, me sinto inútil, às vezes” (p=0,022. Associação negativa foi observada com: “No conjunto, eu estou satisfeito comigo” (p=0,022. Na análise ajustada, os adolescentes com dentes cariados apresentaram maior prevalência de respostas positivas para a questão “Às vezes, eu acho que não presto para nada” [RP= 1,23 (IC 95% 1,05; 1,44] e maior prevalência de respostas negativas para a questão “No conjunto, eu estou satisfeito comigo” [RP= 1,12 (IC 95% 1,02; 1,24]. Conclusão Aspectos da autoestima foram, independente e significativamente, associados com a presença de dentes cariados.

  9. O uso prolongado de benzodiazepínicos em mulheres de um centro de convivência para idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Huf

    Full Text Available Apesar das recomendações contra o uso prolongado de benzodiazepínicos em idosos, as pesquisas indicam que o uso desses medicamentos aumenta com a idade. O padrão de uso de benzodiazepínicos e os fatores associados ao uso prolongado destes foram examinados com base em um questionário padronizado, aplicado a 634 mulheres com mais de sessenta anos, participantes de um centro de convivência para idosos no Rio de Janeiro, entre maio de 1992 e dezembro de 1995. A prevalência de uso de benzodiazepínicos na última quinzena foi estimada em 21,3% (IC 95% 18,1-24,5, e a prevalência de uso diário por 12 meses ou mais em 7,4% (IC 95% 5,4-9,4. Em uma análise multivariada, o número de medicamentos consumidos mostrou uma associação importante e progressiva com o uso prolongado de benzodiazepínicos, com OR = 2,77 (IC 95% 1,17-6,57 para aquelas que consomem entre quatro a seis medicamentos e OR = 7,62 (IC 95% 3,18-18,26 para aquelas que consomem mais de sete medicamentos. Queixas de insônia (OR = 8,87 IC 95% 2,53-31,06 e cefaléia (OR = 3,53 IC 95% 1,82-6,89 também estiveram fortemente associadas a este padrão de uso.

  10. Drogadição e atos infracionais na voz do adolescente em conflito com a lei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Eni Fernandes Nunes Pereira

    Full Text Available Por meio das abordagens sistêmica e psicossocial, o presente estudo tem como objetivo descrever e discutir a relação entre os níveis de dependência relacional das drogas e a prática de atos infracionais entre os jovens, na perspectiva do adolescente em conflito com a lei. As informações foram coletadas por entrevistas semi-estruturadas, aplicadas em 29 adolescentes, autores de infração, da Vara da Infância e Juventude de Brasília. O método de análise refere-se à análise de conteúdo do tipo construtivo-interpretativo. Os resultados apontam várias conexões entre os níveis de dependência relacional das drogas (efeitos, crenças, relações afetivas, pares, provedores, fornecedores e a prática de infrações. Os diferentes níveis de dependência identificados na voz dos adolescentes mostram a multiplicidade e complexidade das relações entre a drogadição e a prática de atos infracionais entre jovens e, portanto, a necessidade de um trabalho de intervenção em rede.

  11. Consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARVALHO Cecilia Maria Resende Gonçalves de

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, realizou-se estudo transversal através de amostragem sistemática. A freqüência de consumo de alimentos expressa em dias por semana foi obtida mediante questionário administrado individualmente ao aluno. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal, considerando com sobrepeso valores > ou = P85. Os resultados indicam prevalência elevada de risco para o sobrepeso (19,8% nos 334 adolescentes. Os meninos consumiram com maior freqüência alimentos energéticos (milho, manteiga, pizza, lasanha, sucos industrializados, refrigerantes e construtores (frango, ovos, leguminosas em relação às meninas (p < 0,05. Os adolescentes de 10 a 13 anos consumiram com maior freqüência milho, mel, açúcar, rapadura enquanto aqueles com idade entre 17 e 19 anos consumiram mais arroz, bolos, biscoitos, rosca, balas, goma de mascar, refrigerantes, frutas verde-amarelo.

  12. Efetividade de website de educação em saúde bucal para adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    priscilla Bittencourt de Almeida figueiredo

    2014-09-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a efetividade de um website desenvolvido como ferramenta de educação em saúde bucal para adolescentes. Métodos: Estudo experimental realizado no município de Belém-PA, no período entre agosto e novembro/2012. A amostra foi composta por 160 escolares, na faixa etária de 11 a 15 anos, de escolas pública e particular. Dois grupos foram formados, sendo um grupo experimental com participação em atividade educativa, com diferencial de acesso a um website contendo informações sobre saúde bucal para adolescentes. Os dados foram coletados por meio de dois questionários auto-administrados aos alunos antes e depois da intervenção educativa. Foram verificadas variáveis de conhecimentos e atitudes sobre saúde bucal. A análise dos dados foi a partir do Teste Qui-quadrado para verificar a associação entre as variáveis categóricas e da Análise de Variância (ANOVA um critério e Teste de Tukey para comparação da quantidade de acertos das questões. Resultados: Observou-se que os escolares, de ambos os grupos, após as atividades educativas, obtiveram bom conhecimento acerca das questões sobre cárie e etiologia do câncer bucal, tendo os escolares do grupo experimental apresentado melhor desempenho sobre esses temas. A maioria dos escolares participantes da pesquisa nunca realizou o autoexame bucal e não possuem conhecimento adequado sobre doença periodontal. Conclusão: O método educativo experimental avaliado demonstrou-se parcialmente efetivo na modificação de conhecimentos sobre doença periodontal. Em contrapartida, foi significantemente efetivo sobre a cárie dentária e os métodos de higienização bucal.

  13. QUALIDADE DE SONO E SUA ASSOCIAÇÃO COM SINTOMAS PSICOLÓGICOS EM ATLETAS ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Cordeiro Gomes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Verificar a prevalência de má qualidade de sono e sua associação com características pessoais e sintomas de depressão, ansiedade e estresse em adolescentes atletas amadores. Métodos: Foram avaliados 309 adolescentes atletas, entre 10 e 19 anos. Para a coleta de dados foram utilizados: questionário estruturado, contendo informações pessoais; Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI; e Escala de Ansiedade, Depressão e Stress de 21 itens (EADS-21. Na análise descritiva foram calculados a média e o desvio padrão das variáveis numéricas e as frequências absolutas e relativas das variáveis categóricas. Para a análise inferencial foram realizados teste t de Student e teste do qui-quadrado, além de regressão de Poisson, sendo calculadas as razões de prevalência (RP em um intervalo de confiança de 95% (IC95%. Resultados: A média de idade dos participantes foi de 14,1±2,1, sendo 13,8±2,0 para o grupo de adolescentes com boa qualidade do sono e 15,0±2,1 para o grupo com má qualidade do sono. A má qualidade do sono foi registrada em 28,2% (n=87, a depressão, em 26,9% (n=83 e a ansiedade/estresse, em 40,1% (n=124 da amostra. A má qualidade do sono se associou à faixa etária de 15 a 19 anos (RP 1,24; IC95% 1,14-1,37, a adolescentes com sobrepeso (RP 1,12; IC95% 1,01-1,24 e com sintomas de depressão (RP 1,23; IC95% 1,08-1,40 e de ansiedade/estresse (RP 1,16; IC95% 1,04-1,28. Conclusões: A presença de sobrepeso e sintomas psicológicos, bem como a idade superior a 15 anos, se mostraram fatores de risco para aumentar a chance da má qualidade do sono em adolescentes atletas.

  14. Negociação de significados associados às sexualidades: análise de narrativa construída em interação

    OpenAIRE

    Bordini, Gabriela Sagebin; Sperb, Tânia Mara

    2013-01-01

    O objetivo deste estudo foi investigar os significados que adolescentes associam aos homens e às mulheres no campo da sexualidade. Mais do que identificar a reprodução de padrões tradicionais de gênero, buscou-se evidenciar a negociação destes por parte dos adolescentes através de relativizações e questionamentos e da construção de novos significados. Para isso, analisou-se uma narrativa construída em interação por adolescentes, em um grupo focal on-line. A análise de posicionamento empreendi...

  15. Recomendações para oxigenoterapia domiciliar prolongada em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola V. Adde

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Orientar pediatras, neonatologistas, pneumologistas, pneumologistas pediátricos e outros profissionais envolvidos na área sobre as principais indicações e as particularidades da oxigenoterapia domiciliar prolongada em crianças e adolescentes. FONTES DOS DADOS: Pesquisa bibliográfica na base de dados MEDLINE/PubMed (1990 a 2011. Adicionalmente, referências de estudos selecionados foram incluídas. Como para muitos dos aspectos não existem evidências científicas consistentes, algumas recomendações citadas foram feitas com base em experiência clínica. SÍNTESE DOS DADOS: Oxigenoterapia domiciliar prolongada tem sido uma prática crescente nos pacientes pediátricos e se encontra indicada em casos de displasia broncopulmonar, fibrose cística, bronquiolite obliterante, pneumopatias intersticiais, hipertensão pulmonar, etc. Ressaltam-se como benefícios: redução de internações, otimização do crescimento físico e do desenvolvimento neurológico, melhora da tolerância ao exercício e da qualidade do sono e prevenção da hipertensão pulmonar/. Os níveis de saturação de oxigênio indicativos para a oxigenoterapia diferem dos estabelecidos para adultos com doença pulmonar obstrutiva crônica e variam de acordo com a doença e faixa etária. Para a avaliação da saturação de oxigênio, utiliza-se a oximetria de pulso, sendo a gasometria arterial dispensável. Há três fontes de oxigênio disponíveis: cilindros gasosos, oxigênio líquido e concentradores de oxigênio. Os fluxos utilizados costumam ser menores, assim como o número de horas/dia necessários, quando comparados ao uso em adultos. Em algumas doenças há melhora, e a suspensão do oxigênio é possível. CONCLUSÕES: Oxigenoterapia domiciliar prolongada é uma terapêutica cada vez mais comum em pediatria e suas indicações são numerosas. Há particularidades relevantes quando comparada aos adultos em relação às indicações, modo de uso e

  16. Incidência de Gardnerella vaginalis nas Amostras de Secreção Vaginal em Mulheres Atendidas pelo Laboratório Municipal de Fraiburgo

    OpenAIRE

    Angela Domingos do Amaral

    2012-01-01

    A vagina possui um variado número de bactérias que vivem em harmonia com os Lactobacillus spp. Quando ocorre um desequilíbrio na flora, há um crescimento exagerado de bactérias em especial Gardnerella vaginalis, causando a vaginose bacteriana. Este trabalho tem por objetivo verificar a incidência de G. vaginalis nas amostras de secreção vaginal em mulheres atendidas pelo Laboratório Municipal de Fraiburgo. O estudo foi realizado no referido laboratório. Os dados for...

  17. Fatores de risco para incontinência urinária em mulheres idosas segundo a prática de atividade física

    OpenAIRE

    Virtuoso, Janeisa Franck

    2011-01-01

    Esta pesquisa tem como principal objetivo analisar os fatores de risco para a incontinência urinária (IU) em mulheres idosas segundo a prática de atividade física regular. A amostra foi composta por 209 idosas e dividida em três grupos: idosas muito ativas (GMA; n= 83), idosas pouco ativas (GPA; n= 69) e idosas sedentárias (GSE; n= 57), conforme a classificação em METs do Domínio 4 do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). Os instrumentos utilizados nessa pesquisa foram: a Fic...

  18. Consumo abusivo de álcool em mulheres Consumo excesivo de alcohol entre las mujeres Heavy alcohol consumption among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciele Cadahaiane de Oliveira

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, exploratório, objetivou caracterizar as mulheres atendidas em um Hospital de Ensino do Noroeste do Paraná, por abuso de álcool, nos anos de 1999 a 2008, segundo variáveis sociodemográficas e dados da intoxicação. Dos 823 atendimentos, a faixa etária mais frequente foi dos 20 aos 49 anos (58,32%. 13 (1,58% mulheres estavam grávidas; 12,5% apresentavam de 9 a 12 anos de estudo. Os destilados foram a principal bebida utilizada, e a ingestão foi mais prevalente no período noturno. Cerca de 156 (18,96% mulheres necessitaram de internamento hospitalar. Evasão hospitalar foi observada em 8,5% dos casos. Conclui-se que a população feminina representa um subgrupo da população suscetível ao abuso do álcool, e, com o perfil descrito neste estudo, foi possível descrever as áreas de impacto na saúde da mulher, possibilitando a implementação de medidas preventivas para diminuir a ocorrência, as complicações e a reincidência nessa população.Este estudio descriptivo, exploratorio tiene por objetivo caracterizar las mujeres que acuden a Hospital Universitario de Paraná en el Noroeste, por abuso de alcohol en los años de 1999 a 2008, según los datos sociodemográficos de la intoxicación y se asocia con trauma y violencia. De los 823 atendimentos la faja de edad más frecuente fue de los 20 a los 49 años (58,32%. 13 (1,58% mujeres estaban embarazadas; 12,5% presentaban de 9 a 12 años de escolaridad.. fonéticamente Los destilados fueron la bebida principal y más prevalente en la noche. Cerca de 156 (18,96% mujeres requirieron hospitalización. La evasión hospitalaria se observó en el 8,5% de los casos. Se concluye que la población femenina representa un subgrupo de la población susceptible al abuso del alcohol y, con el perfil descrito en este estudio, fue posible describir las áreas de impacto en la salud de la mujer, posibilitando la implementación de medidas preventivas para disminuir el

  19. Prevalência de obesidade visceral estimada por equação preditiva em mulheres jovens pernambucanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2012-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O acúmulo de gordura visceral é considerado o principal fator de risco para doenças cardiovasculares e metabólicas. OBJETIVO: Determinar a prevalência de obesidade visceral e avaliar sua associação com fatores de risco cardiovasculares em mulheres jovens do Estado de Pernambuco. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado com dados da "III Pesquisa Estadual de Saúde e Nutrição", envolvendo mulheres entre 25 e 36 anos. Avaliaram-se as variáveis: Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura (CC, Razão Cintura-Estatura (RCE, Volume de Gordura Visceral (VGV estimado por equação preditiva, Pressão Arterial Sistólica e Diastólica (PAS, PAD, Colesterol Total (CT, Triglicerídeo (TG, Glicemia de Jejum (GJ. RESULTADOS: Foram avaliadas 517 mulheres, com mediana de idade de 29 anos (27-32 e prevalência de obesidade visceral de 30,6%. Valores de IMC, PAS, PAD e TG foram superiores no grupo com obesidade visceral: IMC = 28,0 kg/m² (25,0 - 21,4 vs 23,9 kg/m² (21,5 - 26,4; PAS = 120,0 mmHg (110,0 - 130,0 vs 112,0 mmHg (100,0 - 122,0; PAD = 74 mmHg (70 - 80 vs 70 mmHg (63 - 80; TG = 156,0 mg/dL (115,0 - 203,2 vs 131,0 mg/dL (104,0 - 161,0, respectivamente, p < 0,01. Idade, PAS, PAD, TG e CT apresentaram correlação positiva e significante com o VGV: r = 0,171; 0,224; 0,163; 0,278; 0,124; respectivamente, p < 0,005. CONCLUSÃO: Verificou-se uma elevada prevalência de obesidade visceral, estando estatisticamente correlacionada a fatores de risco cardiovasculares.

  20. Experiências homossexuais de adolescentes: considerações para o atendimento em saúde

    OpenAIRE

    Stella Regina Taquette; Adriana de Oliveira Rodrigues

    2015-01-01

    Objetivamos conhecer significados das práticas homoafetivas de adolescentes, tendo em vista contextos de vulnerabilidade que envolvem o exercício da sexualidade numa sociedade homofóbica. Realizamos entrevistas com nove rapazes e quatro moças que procuraram atendimento em saúde e relataram experiência homossexual. Para alguns rapazes, a experiência homossexual ocorreu de forma circunstancial, por curiosidade e experimentação; para outros, esteve associada à prostituição, e, para a maioria, re...

  1. Prevalência de sedentarismo e fatores associados em adolescentes de 10-12 anos de idade

    OpenAIRE

    Hallal, Pedro Curi; Bertoldi, Andréa Dâmaso; Gonçalves, Helen; Victora, Cesar Gomes

    2006-01-01

    A atividade física na adolescência acarreta vários benefícios à saúde, seja por uma influência direta sobre a morbidade na própria adolescência, seja por uma influência mediada pelo nível de atividade física na idade adulta. Avaliou-se a prevalência de sedentarismo e fatores associados em 4.452 adolescentes de 10-12 anos de idade, participantes do Estudo de Coorte de Nascimentos de 1993 em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Sedentarismo foi definido como < 300 minutos por semana de atividade...

  2. Álcool e violência em homens e mulheres Alcohol: gender and implications in the violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Martins de Almeida

    2009-01-01

    Full Text Available O uso nocivo do álcool configura-se como um problema de saúde pública, associado ao aumento da violência, envolvendo ambos os sexos. Esse artigo tem por objetivo discutir sobre o impacto do uso do álcool em homens e mulheres do ponto de vista neurobiológico, enfatizando a ação psicoativa da substância e sua implicação no comportamento violento. Foi conduzida uma análise baseada em artigos selecionados nas fontes eletrônicas do Scielo, LILACS, MEDLINE, PubMed e Web of Science no período de 1996 a 2008. Do total de 420 artigos selecionados, 90 foram considerados relevantes para a análise. Verificou-se que o uso nocivo do álcool causa mudanças neuroquímicas e alterações nas funções cognitivas, podendo gerar comportamentos violentos em homens e mulheres, entretanto, evidenciou-se importantes diferenças entre os sexos quanto à ação psicoativa do álcool, assim como, no tipo de violência expressa. Estudos sobre a temática proposta ainda são escassos, sugerindo a necessidade de pesquisas futuras que possam contribuir para um melhor entendimento e para ações preventivas eficazes.The abuse of alcohol can engender serious public health problems in certain people, particularly due to its link to violence involving both men and women. This article has the aim to discuss the impact of alcohol in men and women regarding neurobiological mechanisms, emphasizing its psychoactive effects as well as its implication for violent behavior. An analysis was conduct based on reviews and articles in electronic databases, selected from 1996 to 2008 at Scielo, Lilacs, MEDLINE, Pub Med and Web of Science. From a total of 420 selected articles 90 were considered relevant for this analysis. It was evident that the abuse of alcohol causes changes in neurochemistry and in cognitive functions, and some of those changes lead to violent behavior in men and women. However, there are important differences between both genders and the type of aggressive

  3. Principais genótipos de papilomavírus humano em mulheres ribeirinhas na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elza Baia de Brito

    2016-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a distribuição dos principais genótipos do papilomavírus humano (HPV oncogênicos em mulheres de áreas ribeirinhas e pesqueiras de diferentes regiões geográficas da Amazônia brasileira. Métodos: Estudo transversal, realizado no período de 2013 a 2014. Participaram 516 ribeirinhas e pesqueiras maiores de 13 anos, inscritas no Programa de Prevenção do Câncer de Colo Uterino (PCCU e submetidas à coleta de material cervicovaginal para o Teste Papanicolau, realizado in loco por médico membro da equipe de pesquisadores, pesquisa de DNA/HPV e genotipagem pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR, realizados no Laboratório de Imunopatologia da Universidade Federal do Pará por pesquisadores da mesma equipe, além da coleta de informações como a idade e o tipo de atendimento, também coletados pelos pesquisadores. Todos os dados foram analisados através do Programa Biostat 5.0, considerando diferença significativa quando p<0,05. Resultados: A média de idade das mulheres nas comunidades A e B foram, respectivamente, 40 e 39 anos, enquanto nas comunidades C, D e E foi de 37 anos. A prevalência da infecção pelo HPV variou de 7,6% a 29,2%. Dentre os tipos oncogênicos pesquisados, os mais freqüentes foram HPV52 (n=5; 5,15%, HPV35 (n=4; 4,12% e HPV58 (n=3; 3,09%. Os principais tipos oncogênicos encontrados estão concentrados na região de Itaituba (comunidades A, B e Bragança (comunidade E. Conclusão: Em todas as localidades estudadas foi encontrado um elevado percentual de infecção, cujo tipo de HPV não foi identificado entre os testados, destacando-se as comunidades C e D, com 100% dos casos.

  4. Condiloma Acuminado em Crianças e Adolescentes Condyloma Acuminatum in Children and Adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Francis Benevides Rehme

    1998-08-01

    Full Text Available Objetivo: analisar os fatores epidemiológicos, manifestações clínicas e forma de tratamento da infecção pelo papilomavírus. Métodos: todos os casos de condiloma acuminado em crianças e adolescentes atendidas no período de 1990 a 1995 no Ambulatório de Ginecologia Infanto-Puberal foram revisados, tendo sido coletados dados referentes a idade, manifestações clínicas, local das lesões, formas de transmissão e tratamento. Resultados: entre os 18 casos estudados, a média de idade foi de 6 anos e 11 meses (variando de 2 a 15 anos. A manifestação clínica mais comum foi a presença de verrugas (61,1%. As lesões eram localizadas na região vulvoperineal em 44,4% das pacientes, sendo que lesões perianais e vulvares foram observadas em 27,8% e 22,2% dos casos, respectivamente. Não foi possível confirmar a ocorrência de abuso sexual nem de lesões condilomatosas nos pais em 66,7% dos casos. Provável abuso sexual (não-confirmado foi relatado em 2 casos. A terapêutica básica foi a cauterização química. Conclusões: o abuso sexual em crianças e adolescentes com condiloma acuminado deve ser investigado, apesar da existência de outras formas de transmissão, incluindo auto ou heteroinoculação. As formas de apresentação na idade jovem diferem das do adulto, sendo necessária uma terapêutica adequada a essa população.Parpose: to analyze the epidemiologic factors, clinical manifestations and forms of treatment of infection with papiloma virus. Method: all cases of condyloma acuminatum in children and adolescents assisted in the period from 1990 to 1995 in the Service of Children and Adolescent Gynecology were revised. We present the following data: age, diagnosis, clinical manifestations, sites of the lesions, transmission modes and treatment. Results: the average age of the 18 studied cases, was 6 years and 11 months (ranging from 2 to 15 years. The most common clinical manifestation was the presence of warts (61.1%. The

  5. A criança e o adolescente com câncer em cuidados paliativos: experiência de cuidar pela familia

    OpenAIRE

    Mariana Vendrami Parra

    2012-01-01

    No Brasil, atualmente, não há diretrizes estruturadas para os cuidados paliativos em pediatria e, muito menos, em hebiatria. Os familiares são participantes ativos no cuidado a criança e ao adolescente com câncer, especialmente na fase final da vida, período em que vivenciam o processo de morte e morrer e necessitam de vínculo com os serviços de saúde para manter a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer e de seus familiares. O presente estudo tem como objetivo investigar...

  6. Perfil de homens autores de violência contra mulheres detidos em flagrante: contribuições para o enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Bittencourt Madureira

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Delinear o perfil de agressores detidos em flagrante delito e da violência que perpetraram contra mulheres no período de implantação e consolidação da lei Maria da Penha, em um município da região central do estado do Paraná. Métodos: Pesquisa retrospectiva documental, realizada mediante apreciação de 130 Autos de Prisão, analisados pela estatística descritiva. Resultados: Eram adultos jovens, casados, com baixa escolaridade e trabalho remunerado. 89,3% foram libertados sob pagamento de fiança. Eram, majoritariamente, cônjuges, que sob efeito de álcool, praticaram violência. Um número significativo já possuía outros registros de violência doméstica. Conclusão: A denúncia, como ação isolada, revelou-se insuficiente para interromper o ciclo da violência. É necessário voltar-se para além da denúncia, pela implantação de ações de enfrentamento articuladas entre os setores de saúde, educação, segurança, justiça e assistência social, voltadas à igualdade de gênero e a cultura de paz.

  7. Estudo de associação entre força muscular e massa magra em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Moreno Lima

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi verificar a associação entre a força muscular isocinética da musculatura extensora do joelho do membro dominante com a MM de diferentes segmentos corporais, em mulheres idosas. Um total de 258 idosas (66,58±5,6anos; 65,6±11,7kg; 1,53±0,07m foram submetidas à avaliação isocinética do pico de torque (PT e da MM (DXA. Correlações de Pearson foram examinadas entre os índices de MM dos braços, das pernas, do tronco, do corpo inteiro, da perna dominante (MMB, MMP, MMT, MMI, MMPD, respectivamente com o PT. O nível de significância foi de <0,05. Após análise dos dados, foi observado que a MM apresentou correlação positiva e significante com o PT. A correlação foi mais consistente à medida que a MM avaliada era mais próxima a musculatura da avaliação (MMPD, (MMT= 0,31, MMB= 0,39, MMI= 0,52, MMP= 0,55, MMPD= 0,60. Com base nos resultados observados, concluímos que a MM é um dos importantes determinantes do PT em idosas.

  8. Adolescentes em conflito com a lei Adolescents in conflict with the law

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseana Mara Aredes Priuli

    2007-10-01

    Full Text Available O estudo focou o adolescente autor e vítima da violência, fenômeno crescente no Brasil. Dados coletados dos prontuários dos internos de São José do Rio Preto e seleção das variáveis: local de moradia, idade, escolaridade, tipo e local das infrações, uso de drogas e ocupação, composição familiar, renda, escolaridade e trabalho dos pais. Os resultados revelaram perfil sociodemográfico, infracional e relacional de parte significativa com 17 anos, ensino fundamental incompleto, evadido da escola, sem trabalho e residente na região norte, de menor poder socioeconômico. A infração de maior percentual foi roubo, seguida de furto, tentativa de homicídio, homicídio, roubo qualificado, tráfico de drogas e roubo com morte, nos bairros da região norte. A maioria usava tabaco, maconha, álcool, crack; a minoria, cocaína, thinner e cola. Detectou-se realidade precária de familiares com baixo nível de renda, escolaridade, profissão e abuso de álcool, contribuindo para transformar os adolescentes em vítimas. A maioria das mães, provedora do lar, principal figura na internação e mediadora entre o adolescente, o poder judiciário e a comunidade. Considerando o elevado custo da violência interpessoal, concluímos, nesse estudo, a necessidade de políticas públicas para crianças e adolescentes na cidade de São José do Rio Preto.This study is focused on teenagers who behave violently and who are also victims of violence. The data was collected from records of adolescent inmates in São José do Rio Preto. The variables selected were: place of residence, age, education level, type of offense, drugs use, family income, parent education levels, jobs. The findings disclose a social and demographic profile for teenagers around seventeen years old with only elementary education. The most common offence was robbery; followed by theft, homicide, drug dealing, and robbery leading to death. Most of these teenagers smoked tobacco and

  9. A condição feminina em Lisístrata e em A Fonte das Mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Jéssica Ferreira Moura

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho dá enfoque à comédia grega Lisístrata (411 a.C, de Aristófanes, e a sua adaptação cinematográfica, o filme A Fonte das Mulheres (La Source des Femmes, 2011, coproduzido por França, Bélgica e Itália e dirigido pelo romeno Radu Mihaileanu. Ambas as obras trazem a questão da greve do sexo instaurada pelas mulheres, mas os motivos e os desdobramentos dessa greve são divergentes. Para desenvolvimento de nossa pesquisa, partimos da descrição de excertos da comédia e de cenas do filme, considerando as peculiaridades dos contextos de produção e recepção de cada uma delas, a fim de examinar as diferenças no que se refere ao tratamento dado às questões femininas nas obras citadas. Para fundamentar teoricamente o trabalho, recorremos a pesquisadores que se debruçaram sobre os estudos de tradução e adaptação, como Hermans (1992 e Lefevere (1992, e sobre o estudo da comédia grega, como Pompeu (1997 e Oliveira e Silva (1991. Uma vez que os contextos de produção e recepção das obras são distintos, as escolhas feitas durante a elaboração dessas narrativas também se diferenciam, o que aponta para um processo de reescritura do enredo. Os resultados demonstram que a obra cinematográfica, devido ao contexto no qual se insere, debate a condição feminina de modo diverso da comédia: enquanto a comédia aristofânica aborda a temática da mulher para discutir sobre a manutenção da pólis, o filme acolhe pontos de discussão importantes para o próprio movimento feminista e discute a opressão que o patriarcado impõe às mulheres

  10. A LINGUAGEM COMO INSTRUMENTO DE CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE EM AS MULHERES DE TIJUCOPAPO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourdes Bernardes Gonçalves

    2016-01-01

    Full Text Available O romance As mulheres de Tijucopapo de Marilene Felinto é analisado na perspectiva do processo de cria- ção da personagem pós-moderna, usando a visão de Stuart Hall sobre a construção da identidade no mundo pós-moderno. Observa-se que a construção do sujeito no caso de Rísia, protagonista do romance, está intimamente ligada à evolução de sua linguagem. Da mudez e gagueira, Rísia chega a um discurso lírico, individual, criando toda uma poética sua, particular. É este caminho que vamos percorrer com ela. Palavras-chave: identidade – pós-modenidade – linguagem.

  11. Via de parto em gestações sucessivas em adolescentes: estudo de 714 casos Route of delivery in successive gestations in adolescents: study of 714 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vamberto Oliveira de Azevedo Maia

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação da via de partos consecutivos de 714 gestantes adolescentes, que pariram na Maternidade do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de janeiro a dezembro de 2001. PACIENTES E MÉTODOS: em estudo prospectivo, analítico, transversal, tipo incidência, foi analisada a sucessão das vias de parto da primeira até a quarta gestação de 714 parturientes adolescentes, com idade variando entre 13 e 19 anos (média 17,2±1,5 anos. Identificando-se, no livro da sala de parto, a cada dia, as adolescentes que pariram, após ter obtido o consentimento livre e esclarecido, cada uma respondeu a um questionário estruturado, com 65 perguntas diretas e respostas fechadas, pré-codificadas, entre as quais estavam vias de parto e o número de gestações. RESULTADOS: observou-se que 527 (73,8% adolescentes tiveram uma única parturição, 149 (20,9% duas parturições, 35 (4,9% três partos e 3 (0,4% quatro partos. Dentre os 273 partos cesáreos, 207 (75,8% ocorreram em primíparas, 65 (23,8% em paucíparas e 1 (0,4% em multípara. Houve associação estatisticamente significante entre via de parto da primeira e da segunda parturições; em 83 (55,7% gestantes adolescentes quanto à via transvaginal e em 41 (27,5%, para a via cesárea. Coincidiram também as vias de parto de segunda e terceira parturições, em 23 (65,7% gestantes adolescentes no parto transvaginal e em outras 10 (28,6% na cesárea. CONCLUSÃO: identificou-se tendência da coincidência das vias de parto em gestações sucessivas em parturientes adolescentes, até a terceira parturiçãoPURPOSE: to analyze the association between modes of consecutive deliveries of 714 adolescents attended at the Maternity sector of the Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (Federal University of Pernambuco, from January to December 2001. PATIENTS AND METHODS: according to a prospective, analytic, transversal, and incidence

  12. Sistema Socioeducativo Potiguar: um debate sobre violações de direitos de crianças e adolescentes em âmbito internacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilana Lemos Paiva

    2016-12-01

    Full Text Available O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, embasado especialmente no processo da Convenção Internacional das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança (1989, representou um significativo avanço em relação à proteção dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, e originou mudanças paradigmáticas ao responsabilizar adolescentes em conflito com a lei por meio de medidas socioeducativas. Apesar dos avanços observados, a realidade dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas continua marcada por quadro de violação de direitos. Desse modo, pretende-se analisar as graves e recorrentes violações de direitos humanos a adolescentes em conflito com a lei verificadas no estado do Rio Grande do Norte, como territorialidade específica. Compreende-se que, apesar das limitações, acionar o sistema americano de direitos humanos revela-se uma importante ferramenta. Estatuto da Criança e do Adolescente, Sistema Socioeducativo, sistema americano de direitos humanos

  13. Indicadores da prática de atividade física e da qualidade do sono em escolares adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton José Rombaldi

    Full Text Available Resumo O estudo objetivou investigar indicadores da prática regular de atividade física (AF e da qualidade do sono em escolares adolescentes em Pelotas (RS. A amostra de conveniência foi constituída de 85 alunos de ambos os sexos, entre 14 e 18 anos, que cursavam o ensino médio. Foi usado um questionário para medir nível de AF, horários de acordar e dormir, qualidade e tempo de sono e presença de parassônias. Os resultados indicaram que os rapazes foram mais ativos e que o tempo médio de sono dos adolescentes variou por volta de 7h30 m de segunda a quinta-feira, de 5h30 m às sextas-feiras e mais de 10 h nos fins de semana e feriados, independentemente do nível de AF. Concluiu-se que os hábitos de sono dos adolescentes foram desregrados e fora do padrão.

  14. Identificando adolescentes em situação de rua com potencial para altas habilidades/ superdotação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Oliveira Guimarães Cardoso

    2014-12-01

    Full Text Available A presente pesquisa investigou adolescentes em situação de rua com potencial para Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD. O método utilizado foi a Inserção Ecológica abrangendo visão contextualizada mediante a história de vida, características dos sujeitos, concepções sobre as potencialidades nos contextos de interação, fatores de risco e proteção ao desenvolvimento. Os participantes envolveram os técnicos do Programa Municipal Criança Urgente, quatro adolescentes indicados, seus responsáveis e professores daqueles que frequentavam a escola durante a pesquisa. Os instrumentos de coleta de dados foram: Escala para Avaliação das Características Comportamentais de Habilidades Superiores adaptada de Renzulli-Hartman; Escala de Autoconceito Infanto-Juvenil; TAEC - Test de Abreacción para Evaluar La Creatividad e Entrevistas Semiestruturadas. O cruzamento dos dados obtidos permitiu delinear o perfil de potencialidades de cada adolescente pesquisado. Estas contribuem para o reconhecimento, aceitação e valorização da cidadania e superação das adversidades em benefício social.

  15. Redução da dor em mulheres com osteoporose submetidas a um programa de atividade física

    OpenAIRE

    Patricia Driusso; Valéria Ferreira Camargo Neves; Renata Neves Granito; Ana Claudia Muniz Rennó; Jorge Oishi

    2008-01-01

    Este estudo teve por objetivo avaliar a dor e o consumo de analgésicos em mulheres com osteoporose, após a realização de um programa de atividade física. Participaram do estudo 15 mulheres com média de idade 59±7,6 anos, com diagnóstico densitométrico em L2-L4 de osteoporose e que haviam feito uso de analgésicos para dorsalgia pelo menos três vezes por semana no mês precedente à avaliação inicial. A dor foi avaliada por questões extraídas do Osteoporosis Assessment Questionnaire, aplicadas an...

  16. Violência intrafamiliar em mulheres grávidas: a identificação pela enfermeira obstétrica

    OpenAIRE

    Ana Beatriz Campos Medina

    2007-01-01

    Este estudo teve como objeto a identificação pela enfermeira obstétrica de situações de violência intrafamiliar vivenciadas pela mulher grávida. A busca pelos aspectos que envolvem a identificação da violência intrafamiliar no período gestacional surge a partir da prática como enfermeira obstétrica no pré-natal, onde as situações de violência à mulher estão presentes em suas relações interpessoais. Para atender ao objeto em questão foram traçados os seguintes objetivos: Descrever a percepção ...

  17. Células progenitoras endoteliais circulantes em crianças e adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    António Pires

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivo Investigar a relação entre os números de células progenitoras endoteliais circulantes e a ativação endotelial em uma população pediátrica com obesidade. Métodos Estudo observacional e transversal, que incluiu 120 crianças e adolescentes com obesidade primária de ambos de sexos, entre seis e 17 anos, recrutados de nossa Clínica de Riscos Cardiovasculares. O grupo de controle contou com 41 crianças e adolescentes com índice de massa corporal normal. As variáveis analisadas foram: idade, sexo, índice de massa corporal, pressão arterial sistólica e diastólica, proteína C reativa de alta sensibilidade, perfil lipídico, leptina, adiponectina, resistência à insulina para avaliação do modelo de homeostase, proteína quimiotática de monócitos-1, E-seleticna, dimetilarginina assimétrica e números de células endoteliais progenitoras circulantes. Resultados A resistência à insulina foi correlacionada à dimetilarginina assimétrica (p = 0,340; p = 0,003, que foi diretamente correlacionada, porém de forma muita amena, à E-seleticna (ρ = 0,252; p = 0,046. Não constatamos que a proteína C reativa de alta sensibilidade estivesse correlacionada a marcadores de ativação endotelial. A pressão arterial sistólica foi diretamente correlacionada ao índice de massa corporal ρ = 0,471; p < 0,001 e à resistência à insulina para avaliação do modelo de homeostase (ρ = 0,230; p = 0,012 e inversamente correlacionada à adiponectina (ρ = −0,331; p < 0,001 e à lipoproteína de alta densidade-colesterol ρ = −0,319; p < 0,001. Os números de células progenitoras endoteliais circulantes foram diretamente correlacionados, porém de forma muito amena, ao índice de massa corporal (r = 0,211; p = 0,016, à leptina (ρ = 0,245; p = 0,006, aos níveis de triglicerídeos (r = 0,241; p = 0,031 e à E-seleticna ρ = 0,297; p = 0,004. Conclusão Os números de células progenitoras endoteliais circulantes s

  18. Síndrome metabólica em adolescentes com sobrepeso e obesidade Metabolic syndrome in obese and overweight adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilisa Stenghel F. Souza

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a prevalência da síndrome metabólica em adolescentes acompanhados em ambulatório de obesidade. MÉTODOS: Foram avaliados 84 adolescentes com idades entre dez e 19 anos, divididos em dois grupos, de acordo com o escore Z do índice de massa corpórea (Z IMC, sendo um o grupo de adolescentes com sobrepeso (GSP e o outro, o grupo de adolescentes obesos (GOB. GSP: Z IMC>1 e 2 (2,4±0,6, 32M/26F. Três ou mais dos critérios a seguir foram considerados no diagnóstico da síndrome metabólica e avaliados pelo teste do qui-quadrado entre os grupos: Z IMC>2; triglicérides em jejum >130mg/dL; lipoproteína de alta densidade 100mg/dL ou homeostatic model assessment index (HOMA >2,5; elevação da pressão arterial acima do percentil 90 ajustada para gênero, estatura e idade. RESULTADOS: A prevalência da síndrome metabólica esteve significantimente elevada nos adolescentes obesos (GOB: 40% versus GSP: 4%, p=0,0008. O grupo GOB mostrou maiores valores referentes a insulinismo (54% versus 19%, p=0,003, HOMA (66% versus 38%, p=0,01 e trigliceridemia (21% versus 4%; p=0,04. CONCLUSÕES: É importante que o pediatra fique atento aos sinais de síndrome metabólica em adolescentes obesos. A detecção precoce pode ser feita por meio de simples parâmetros e permite a adoção de medidas preventivas para o desenvolvimento da doença cardiovascular em adolescentes.OBJECTIVE: Evaluate the prevalence of metabolic syndrome in adolescents followed in an outpatient obesity clinic. METHODS: 84 adolescents (ten to 19 years old were divided in two groups, one composed by overweight adolescents (OWG and the other, by obese adolescents (OBG, according to Z scores of the body mass index (Z BMI. OWG: Z BMI>1 and 2 (2.4±0.6; 32M/26F. Three or more criteria were considered to define the presence of metabolic syndrome and tested by chi-square: Z BMI>2; fasting triglycerides >130mg/dL; high-density lipoprotein cholesterol 100mg/dL or homeostatic model

  19. Salud familiar en familias con adolescente gestante Saúde familiar em famílias com adolescentes gestantes Family health in families with pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha cecilia Veloza Morales

    2012-01-01

    Full Text Available La investigación se basó en la teoría de organización sistémica de Marie Louse Friedemann; el objetivo fue describir el grado de salud familiar de familias con adolescente gestante. Estudio Descriptivo transversal comparativo, con abordaje cuantitativo donde se evaluó el grado de salud familiar a 100 familias atendidas en dos instituciones prestadoras de Salud (IPS en Bogotá, Colombia; se organizaron en dos grupos: la mitad de las familias con adolescentes gestantes que presentaron morbilidad en el tercer trimestre del embarazo y la otra mitad que no presentaron morbilidad; para la recolección de la información se utilizó el instrumento ISF GES 19 diseñado, implementado y probado por la doctora Pilar Amaya de Peña. Se obtuvo una visión global acerca de la salud familiar y se comparó el grado de salud familiar de acuerdo con las características halladas en cada uno de los grupos. Se concluye que las familias no sienten o no perciben el riesgo de sufrir o no una patología durante el embarazo, y por tanto, no afecta su grado de salud familiar el cual consideran saludable y satisfecho. Se invita a crear estrategias que conlleven a disminuir los riesgos de salud a que se expone la familia y la madre adolescente.Apesquisa foi baseada na teoria da organização sistémica de Marie Louse Friedemann; o objeto foi descrever o grau de saúde familiar das famílias com adolescentes gestantes. Estu-do descritivo transversal comparativo, com abordagem quan-titativa onde foi avaliado o grau de saúde familiar de 100 famí-lias atendidas em duas instituições fornecedoras de serviços de saúde (IPS em Bogotá, Colômbia. As 100 famílias foram organizadas em dois grupos: a metade das famílias com adolescentes gestantes que apresentaram morbidez no terceiro trimestre de gravidez e a outra metade conformada por aquelas famílias com adolescentes gestantes que não apresentaram morbidez; para a compilação da informação, utilizou-se o

  20. A mulher trabalhadora em Santa Maria durante o Estado Novo (1937-1945 = The woman worker in Santa Maria during the Estado Novo (1937-1945

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fausto, Letícia da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um estudo sobre a história das mulheres santamarienses no período da Ditadura do Estado Novo, que está sendo desenvolvido no Mestrado em História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM. O tema da pesquisa é a inserção da mulher no mundo do trabalho e sua atuação para a garantia e conquista de direitos sociais e trabalhistas durante o período do Estado Novo (1937-1945, no município de Santa Maria, RS. A escolha do Estado Novo no Brasil se deu em virtude deste ser um período onde muitas conquistas dos trabalhadores estavam sendo objeto de legislação específica e ao mesmo tempo um momento de repressão política, de forte aparato policial e repressivo e do fortalecimento dos sindicatos, sob a tutela do Estado e da luta dos trabalhadores para a garantia destes direitos, historicamente conquistados. As mulheres por séculos passaram despercebidas pela história, reprimidas em uma sociedade machista e autoritária, onde grande parte dos autores insere o homem no palco das lutas por reinvindicações e direitos trabalhistas

  1. Escala de atitudes face ao lazer em adolescentes e jovens adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Freire

    2007-04-01

    Full Text Available Atualmente, o lazer e as atitudes face ao lazer têm sido alvo de interesse na investigação psicológica, concretamente no domínio da Psicologia Social. O objetivo do presente estudo foi adaptar a escala Leisure Attitude Scale de Raghb e Beard, construída para avaliar as atitudes face ao lazer em função das três componentes de atitude (cognitiva, afetiva e comportamental para a população de estudantes, adolescentes e jovens adultos portugueses. Participaram no estudo 462 sujeitos (57,8% do sexo feminino e 42,2% do sexo masculino, com uma média de idades de 19,97 (desvio padrão de 4,85. Os resultados obtidos confirmam a estrutura e as características psicométricas da versão original, refletindo valores largamente aceitáveis de fidelidade (consistência interna e validade (validade de conteúdo quer para a escala total quer para as várias sub-escalas (cognitiva, afetiva e comportamental. Conclui-se pela adequação da escala na medida das atitudes face ao lazer, no contexto português.

  2. Indicadores de Desenvolvimento em Crianças e Adolescentes com QI Igual ou Inferior a 70

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Santos SOUZA

    Full Text Available RESUMO: este estudo teve o objetivo de buscar indicadores de desenvolvimento em crianças e adolescentes com dificuldades para aprender, com QI igual ou inferior a 70 no teste WISC-IV (compatível com o valor delimitado para o diagnóstico de deficiência intelectual. Fundamentou-se na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano proposta por Vygotsky, especialmente no que se refere à distinção entre desenvolvimento real e potencial. Foram relatados estudos de caso com duas crianças. A coleta de dados ocorreu a partir de gravações em áudio de entrevistas semiestruturadas com os pais/responsáveis e com os profissionais da escola em que os participantes estavam matriculados, e gravações em vídeo das sessões de atendimento de um serviço de educação não formal que as crianças participavam regularmente. A análise de dados envolveu transcrição das entrevistas e elaboração de quadros com os modos de participação social e processos mentais superiores relatados, de cada criança/adolescente; exame das filmagens das sessões de atendimento, com transcrição e análise microgenética de episódios significativos. Os dados sugerem que, ao se enfatizar a busca de indicadores de desenvolvimento, pode-se obter uma visão abrangente de cada caso, de forma a contemplar, para além das limitações, as potencialidades das crianças e dos adolescentes.

  3. Representação Social das Relações Sexuais: um Estudo Transgeracional entre Mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kay Francis Leal Vieira

    Full Text Available Resumo Relações sexuais são influenciadas por normas, valores cristãos, cultura, política e economia, fazendo com que a mulher, ao longo da história, só as praticasse após o casamento. Entretanto, muitas mudanças ocorreram, sendo perceptíveis, atualmente, transformações conceituais e práticas no comportamento sexual das mulheres. Frente ao exposto, objetivou-se analisar as representações sociais das mulheres acerca das relações sexuais. Tratou-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, cuja amostra foi composta por 60 mulheres, divididas em quatro gerações, sendo 15 adolescentes, 15 adultas jovens, 15 mulheres na meia-idade e 15 idosas, que responderam a um questionário. Os dados foram analisados por meio técnica de Análise de Conteúdo Temática proposta por Bardin. Observou-se que as relações sexuais foram representadas consensualmente entre as gerações através da afetividade e do prazer. As mulheres representaram as relações sexuais por meio dos aspectos biopsicossociais que compõem a sexualidade humana, apresentando semelhanças e divergências entre as gerações.

  4. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  5. Em busca do sapato perfeito: avaliação da aplicabilidade do modelo endertrends para identificação dos fatores que influenciam as mulheres na decisão de compra de calçados

    OpenAIRE

    Tobias, Vanessa Guimarães

    2009-01-01

    Mulheres apaixonadas por sapatos vivem em universo próprio, muito particular, e por sua dedicação movimentaram, em 2008, R$ 26,3 bilhões. Independentemente da crise econômica, empresas brasileiras esperam aumentar em até 20% o faturamento no mercado interno no ano de 2009. Com o objetivo de avaliar a aplicabilidade do Modelo GENDERTRENDS para identificação dos fatores que influenciam as mulheres nas decisões de compra de calçados, esta pesquisa dividiu-se em duas etapas. Na survey entrevisto...

  6. POLÍTICAS PÚBLICAS E ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI: revisão sistemática da literatura nacional

    OpenAIRE

    Lisiane Ligia Mella; Jéssica Limberger; Ilana Andretta

    2016-01-01

    Políticas públicas voltadas ao adolescente em conflito com a lei têm sido amplamente destacadas ao longo da história brasileira, principalmente após o processo de redemocratização do país, que culminou na promulgação da Constituição Federal de 1988 e o posterior Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em 1990. A presente revisão bibliográfica objetiva descrever estudos brasileiros de 2005 a 2015 acerca das políticas públicas dos adolescentes em conflito com a lei, analisando se tais estudo...

  7. Negociação de significados associados às sexualidades: análise de narrativa construída em interação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Sagebin Bordini

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar os significados que adolescentes associam aos homens e às mulheres no campo da sexualidade. Mais do que identificar a reprodução de padrões tradicionais de gênero, buscou-se evidenciar a negociação destes por parte dos adolescentes através de relativizações e questionamentos e da construção de novos significados. Para isso, analisou-se uma narrativa construída em interação por adolescentes, em um grupo focal on-line. A análise de posicionamento empreendida revelou que os padrões tradicionais de masculinidade e feminilidade foram reproduzidos, mas também relativizados, visto que se identificaram participantes do grupo e personagens da narrativa em posições pouco tradicionais para homens e mulheres.

  8. Tabaco, álcool e outras drogas entre adolescentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil: uma perspectiva de gênero Tobacco, alcohol, and drug use by teenagers in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil: a gender approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lessa Horta

    2007-04-01

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de examinar a relação entre gênero e utilização de substâncias psicoativas entre adolescentes (consumo de bebidas alcoólicas, fumo e uso de drogas ilícitas. Em 2002 foi realizado um estudo transversal na área urbana de Pelotas, extremo-sul do Brasil. Foi empregada amostragem em múltiplos estágios para se obter uma amostra de adolescentes entre 15 e 18 anos de idade. As entrevistas foram realizadas com questionário auto-aplicado. Tabagismo foi mais prevalente entre as meninas, enquanto o consumo de bebida alcoólica no mês anterior às entrevistas foi maior entre os meninos. Por outro lado, a proporção de adolescentes que relataram uso de drogas ilícitas no mês que antecedeu as entrevistas não esteve relacionada ao gênero. O maior consumo de tabaco entre meninas que entre meninos pode indicar risco de expansão do consumo desta substância por mulheres de outras faixas etárias em gerações futuras, o que justifica preocupação e esforços específicos.This study assesses the relationship between gender and use of psychoactive substances (alcohol, nicotine, and illicit drugs by teenagers. In 2002, a cross-sectional study was carried out in the urban area of Pelotas, southern Brazil. Multi-stage sampling was used to obtain a sample of adolescents, 15 to 18 years of age. Subjects were interviewed using a self-applied confidential questionnaire. Smoking was more prevalent among girls, while alcohol consumption in the previous month was more common among boys. Meanwhile, the proportion of adolescents that reported drug use in the previous month was unrelated to gender. Higher cigarette consumption by girls suggests an increase in smoking by women in the future, which highlights the need for a special focus on this area.

  9. Do ser-menina ao ser-mulher: experi?ncias e sentidos do adolescer em contexto de acolhimento institucional feminino

    OpenAIRE

    Oliveira, Joanne Paola Menezes de

    2012-01-01

    Atrav?s da conex?o entre os objetos deste estudo, a saber, adolesc?ncia e acolhimento institucional, a proposta desta pesquisa visou compreender o sentido singular que adolescentes do sexo feminino atribuem ? experi?ncia de resid?ncia em um abrigo da cidade de Manaus, focalizando a an?lise de seu cotidiano, quest?es espec?ficas produzidas no contexto onde se encontram, bem como seus entendimentos sobre o processo de adolescer em ambiente institucional. Com base no referencial te?rico ...

  10. Excesso de peso e necessidade de tratamento medicamentoso em mulheres com diabetes gestacional = Overweight and the need for drug treatment in women with gestational diabetes

    OpenAIRE

    Campos, Vanessa Meurer; Silva, Jean Carl; Mastroeni, Silmara Salete de Barros Silva

    2014-01-01

    Objetivos: Investigar se existe associação entre excesso de peso e necessidade de tratamento medicamentoso em mulheres com diabetes gestacional Métodos: Foi realizado um estudo transversal retrospectivo no Hospital Dona Helena em Joinville, estado de Santa Catarina, a partir de dados coletados dos prontuários de gestantes com diabetes mellitus gestacional. O período incluído foi julho de 2001 a julho de 2011 e as variáveis investigadas foram: estatura, peso e índice de massa corporal pré-g...

  11. Avaliação de técnicas fisioterapêuticas no tratamento do linfedema pós-cirurgia de mama em mulheres

    OpenAIRE

    Meirelles, MCCC; Mamede,MV; Souza, L.; Panobianco,MS

    2006-01-01

    OBJETIVO GERAL: Verificar, em um grupo de mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama, a efetividade do tratamento do linfedema, por um período de até dois anos. OBJETIVO ESPECÍFICO: Avaliar o volume do braço tratado aos 6, 12, 18 e 24 meses após o tratamento do linfedema. MÉTODO: As participantes foram atendidas em um serviço de reabilitação especializado e submetidas ao tratamento do linfedema, com drenagem linfática manual, enfaixamento compressivo funcional, orientações de autocuida...

  12. A situação prisional das mulheres do CRESF/PR em agosto de 2014: uma breve reflexão

    OpenAIRE

    Sousa, Cyrce Adryadne; Cardin, Eric Gustavo

    2016-01-01

    A I Semana Acadêmica de Relações Internacionais foi realizada em outubro de 2016, na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), nas dependências do campus do Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) O presente artigo aborda e problematiza a situação prisional feminina na cidade de Foz do Iguaçu, no Centro de Reintegração Feminino - CRESF, em agosto de 2014, sendo esse o único local que abriga as mulheres presas na cidade. A partir da análise dos dados levantados busca-se ...

  13. Políticas públicas de saúde da mulher: a integralidade em questão

    National Research Council Canada - National Science Library

    Patricia Flores de Medeiros; Neuza Maria de Fátima Guareschi

    2009-01-01

    ... da saúde da mulher a partir do proposto na atualidade pela Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM). Objetivamos problematizar o que tomamos como intergralidade na efetividade dos cuidados...

  14. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade Riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad Cardiovascular risks in adolescents with different degrees of obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (pFUNDAMENTO: Existen pocos estudios sobre riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad. OBJETIVO: Evaluar repercusiones metabólicas asociadas a diferentes grados de obesidad en adolescentes y su impacto en los riesgos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio transversal con 80 adolescentes obesos, divididos en dos grupos: 22,5, denominados obesos con menor y mayor grado de obesidad, respectivamente. Se llevaron a cabo examen físico y evaluación bioquímica y de composición corporal. Para el análisis estadística, se aplicaron las pruebas t-Student y chi-cuadrado, con la finalidad de comparar los dos grupos. Modelo logístico múltiple se utilizó para verificar las asociaciones entre variables bioquímicas y grado de obesidad. Se

  15. Tabagismo em amostra de adolescentes escolares de Salvador-Bahia Smoking among school adolescents in Salvador (BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelmo Souza Machado Neto

    2003-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O hábito de fumar em geral se inicia na adolescência. No Brasil, as estimativas da freqüência deste hábito entre adolescentes variam de 1% até 35%. OBJETIVO: Estimar a prevalência do tabagismo entre os adolescentes da oitava série do ensino fundamental à terceira série do curso médio, em escolas de Salvador - Bahia, Brasil. MÉTODO: Feito um estudo do tipo corte transversal de caráter exploratório. Foram aplicados 3.500 questionários a alunos matriculados entre a 8ª série do ensino fundamental e a 3ª série do ensino médio, em cinco escolas da região metropolitana de Salvador (BA. Análise estatística: medidas descritivas e de associação (razão de prevalência e o teste t de Student e o do qui-quadrado. RESULTADOS: A prevalência do tabagismo entre adolescentes de Salvador (BA foi de 9,6%, considerando-se os 3.180 questionários válidos, sendo maior no sexo masculino (14% que no feminino (6%. À medida que aumentava a idade, elevava-se essa prevalência. A média de idade do início do tabagismo foi de 14 ± 2 anos. Dentre adolescentes, 46% experimentaram o cigarro e 20% destes continuaram fumando. Entre filhos de fumantes a freqüência foi maior. O número médio de cigarros consumidos por dia pelos adolescentes que fumavam diariamente (n = 132 foi de 7 ± 6, sendo maior no sexo masculino. CONCLUSÃO: A prevalência do tabagismo em uma amostra selecionada de adolescentes escolares de Salvador (BA foi de 9,6%, sendo maior entre os indivíduos do sexo masculino. A experimentação e a influência dos pais foram associadas ao tabagismo nos adolescentes.BACKGROUND: Most tobacco users become addicted during adolescence. In Brazil, smoking prevalence among teenagers varies from 1% to 35%. OBJECTIVE: To estimate the prevalence of smoking among teenagers, aged from 13 to 20, in fundamental and high school in Salvador, Bahia, Brazil. METHOD: Cross-sectional exploratory study. Thirty five hundred questionnaires were

  16. Relação entre condição gengival e fatores sociodemográficos de adolescentes residentes em uma região brasileira

    OpenAIRE

    Fonseca, Emilio Prado; Ferreira, Efigênia Ferreira e; Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães; Palmier, Andréa Clemente; Vargas, Andréa Maria Duarte

    2015-01-01

    O objetivo deste artigo é relacionar as condições gengival e socioeconômica e distribuição demográfica de adolescentes residentes em uma região desfavorecida brasileira. O estudo transversal foi realizado com amostra probabilística de 450 adolescentes (15-19 anos) em 13 municípios sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG). A condição gengival foi avaliada por um examinador calibrado (Kappa ≥ 0,85) e baseado Índice Periodontal Comunitário (CPI). Foram calculadas as frequências para indivíduos e ...

  17. Metodologia para prevenir exposição ao mercúrio em adolescentes de garimpos de ouro em Mariana, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Volney de M. Câmara

    Full Text Available O principal objetivo deste estudo foi promover a avaliação de uma metodologia educativa para identificar e refletir, criticamente, sobre os riscos à saúde de adolescentes causados pelo trabalho em garimpos de ouro. O projeto foi realizado com adolescentes que estudavam na Escola Estadual Cônego Braga do Distrito de Monsenhor Horta, Município de Mariana, Minas Gerais, Brasil. A avaliação dos resultados através de testes estatísticos revelou um significativo acréscimo de respostas corretas da primeira para a última fase sobre a definição de acidentes de trabalho e sua equiparação com as doenças do trabalho, os acidentes de trajeto e as agressões no local de trabalho.

  18. Adolescentes travestis e transexuais em conflito com a lei: a emergência de novas reivindicações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Silva Nicácio

    2016-12-01

    Full Text Available O reconhecimento da identidade de gênero de adolescentes travestis e transexuais, no âmbito do sistema socioeducativo, aponta para a emergência e consolidação de direitos antes não reconhecidos no cenário brasileiro. Recentes e inéditas decisões do sistema de justiça infanto-juvenil do país têm inaugurado novos desafios e perspectivas de acautelamento consoantes com as especificidades que permeiam a experiência social vivenciada por esse público. Nesse sentido, os extratos do diário de campo aqui apresentados visam apresentar alguns dos impactos gerados pelo acautelamento de uma adolescente travesti em centro de internação para adolescentes do gênero feminino, bem como o percurso para a implementação de tal medida, inédita no Estado de Minas Gerais. 

  19. Fatores associados à intensidade das ondas de calor em mulheres em climatério Factors associated with the intensity of hot flashes in climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Santos-Sá

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores associados à intensidade das ondas de calor em mulheres climatéricas em Campinas, São Paulo. MÉTODOS: Análise secundária de banco de dados de estudo descritivo de coorte transversal, de base populacional. Foram selecionadas 334 mulheres com ondas de calor, por amostragem, entre 45-60 anos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde/Sociedade Internacional de Menopausa, Sociedade Norte-Americana de Menopausa, e adaptados pelos autores, e a intensidade das ondas de calor mensurada por meio do índice circulatório. Avaliou-se a idade, uso de métodos anticoncepcionais, terapia hormonal, laqueadura tubária, índice de massa corpórea, estado menopausal, tempo de menopausa, antecedente de histerectomia, ooforectomia bilateral e tabagismo. Calculou-se a mediana e as freqüências absolutas e relativas, de acordo com o tipo de variável. A medida de associação foi a razão de prevalência (RP. Realizou-se análise bivariada e de regressão múltipla para identificação dos fatores associados à intensidade das ondas de calor, com intervalo de confiança de 95% (IC 95%. RESULTADOS: Mulheres com tempo de menopausa superior a 61 meses (RP: 0,59; IC 95 %: 0,39-0,88 apresentaram chance significativamente menor de referir ondas de calor intensas enquanto o antecedente de ooforectomia bilateral (RP: 1,95; IC 95%: 1,08-3,50 associou-se significativamente à intensidade das ondas de calor. CONCLUSÃO: Os fatores associados às ondas de calor de maior intensidade, tempo de menopausa e ooforectomia bilateral sugerem o hipoestrogenismo como causa comum para as ondas de calor intensas. Mulheres com esses fatores devem receber atenção especializada, minimizando as repercussões negativas das ondas de calor.OBJECTIVE: To identify factors associated with the intensity of hot flashes in 334 climacteric

  20. Gênero, história e violência: casos de homicídio contra mulheres em Montes Claros – 1985 – 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clarice Rodrigues de Souza

    2011-01-01

    Full Text Available Gender violence is any act or conduct based on gender which causes death, damage or suffering physical, sexual or psychological, both in the public and private sphere. Observing this definition, this article brings out violence against women occurred in Montes Claros/MG during the period from 1985 to 1993. During this period, the visibility of violence against women earns an enhancement, creation and inauguration of the Women’s Police Stations in various locations in Brazil. The methodology used is the discourse analysis and the sources are criminal proceedings and oral interviews. From the analysis of murder crime, we see how they are grounded in gender differences and still rooted in our society. / A violência de gênero consiste em qualquer ação ou conduta baseada no gênero que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico, tanto em âmbito público como privado. Partindo dessa definição, o presente artigo traz à tona a violência contra mulheres ocorrida em Montes Claros/MG no período compreendido entre 1985 a 1993. Neste período, a visibilidade à violência contra mulheres ganha um reforço: a criação e inauguração das Delegacias de Mulheres em várias localidades do Brasil. A metodologia utilizada foi a análise de discurso e as fontes foram os Processos-crime e Entrevistas Orais. A partir da análise de crimes de homicídio, observamos como os mesmos são alicerçados nas diferenças de gênero enraizadas e ainda presentes em nossa sociedade.

  1. O método Pilates® sobre a resistência muscular localizada em mulheres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Bainchetti Ferreira

    2007-12-01

    Full Text Available Introdução: vários são os estudos que investigam a relação entre o sedentarismo como fator de risco para diversas patologias, bem como a relação de um estilo de vida ativo como fator de proteção a agravos a saúde. O Método Pilates® surge como forma de condicionamento físico interessado em proporcionar bem-estar geral ao indivíduo, e capaz de proporcionar força, flexibilidade, boa postura, controle motor, consciência e percepção corporal melhorada. Objetivo: analisar a influência do método Pilates® sobre a resistência de força na flexão de braço e em exercício abdominal em mulheres submetidas a uma intervenção de nove semanas. Metodologia: o estudo foi composto por 12 voluntárias do sexo feminino com idade entre 25 e 40 anos. Os testes realizados foram o de abdominal e flexão de braço. O grupo foi submetido a um pré e um pós-teste, havendo um período de nove semanas entre cada uma das avaliações. Entre os pré e pós-teste, o grupo foi submetido a três sessões semanais de treinamento de 50 minutos cada com o Método Pilates®. Resultados: foi verificada diferença significativa entre o pré e o pós-teste (p<0.05, demonstrando assim uma melhora no pós-teste em relação aos valores encontrados no pré-teste. Discussão: a prática do Método Pilates® tende a se apresentar como um importante aliado na promoção da saúde e indicando possibilidade de ganhos no que se refere à melhora no perfil dos padrões de resistência de força dos praticantes da atividade.

  2. Práticas educativas parentais em mulheres vítimas e não vítimas de violência conjugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel Sani

    Full Text Available Este estudo analisa o impacto da violência conjugal exercido contra as mulheres nas práticas educativas parentais. A amostra é constituída por 60 mães divididas em dois grupos, vítimas de violência conjugal (n=30 e não vítimas de violência conjugal (n=30, com idades entre os 21 e os 60 anos, a maioria casadas ou a viver em união de facto, com baixas habilitações literárias e pertencentes a famílias desfavorecidas de uma região do Norte de Portugal. Os dados recolhidos através do "Inventário de Práticas Educativas" revelaram que as mulheres vítimas de violência utilizam de modo mais corrente práticas educativas inadequadas na interacção com os seus filhos, classificando-as também como adequadas, mais do que as mulheres não vítimas de violência conjugal.

  3. Alterações das funções executivas em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Martins Dias

    2010-05-01

    Full Text Available Funções executivas constituem um conjunto de processos cognitivos que permitem a regulação da cognição e do comportamento, possibilitando o engajamento do indivíduo em ações complexas. Essas habilidades estão comprometidas em uma diversidade de condições clínicas e este artigo teórico teve como objetivo oferecer uma revisão não-sistemática de alguns quadros nos quais estas habilidades apresentam-se prejudicadas, sobretudo em crianças e adolescentes. Verificou-se que condições como transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, transtorno obsessivo-compulsivo, síndrome de Tourette, transtornos globais do desenvolvimento, transtornos de aprendizagem como a dislexia e a discalculia, além de alterações cromossômicas, como a síndrome de Down e de Prader-Willi, cursam com algum grau de comprometimento do funcionamento executivo. Este conhecimento tem implicações à prática e à pesquisa psicológica e pode ser útil a profissionais que atuam com crianças e adolescentes com alguma destas condições, contribuindo a um maior conhecimento acerca das funções executivas e suas alterações.

  4. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Lessinger Borges

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977. Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das adolescentes, o que merece uma atenção especial por parte dos serviços que atendem estes casos. Sugerem-se pesquisas referentes aos estudos relacionados à resiliência e aos aspectos positivos da vida do ser humano, em vítimas de abuso sexual, buscando fortalecer os aspectos saudáveis das vítimas e ajudá-las a reconstruir sua vida.

  5. Violências percebidas por homens adolescentes na interação afetivo-sexual em dez cidades brasileiras

    OpenAIRE

    Cecchetto, Fátima; Oliveira,Queiti Batista Moreira; Njaine,Kathie; Minayo,Maria Cecília de Souza

    2016-01-01

    O presente artigo apresenta as visões de adolescentes do sexo masculino sobre o tema da violência no namoro. A partir de entrevistas e grupos focais realizados em dez cidades brasileiras, entre 2007 e 2009, o texto toma como parâmetro a análise dos significados atribuídos pelos jovens às agressões físicas, psicológicas e sexuais no âmbito dos relacionamentos íntimos. A metodologia do estudo se concentra nos depoimentos de 257 estudantes do sexo masculino, de idades entre 15 e 19 anos, de esco...

  6. Lesões bucais de tecido mole e ósseo em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Cavalcante, Ana Sueli R. [UNESP; Marsilio, Ana Lucia; Kühne, Sandra S.; Carvalho, Yasmim Rodarte

    2010-01-01

    Neste estudo, os autores avaliaram a prevalência das lesões bucais de tecido mole e ósseo encontradas no complexo maxilomandibular, em crianças e adolescentes de zero a 14 anos. A amostra foi constituída de 370 pacientes, de ambos os sexos, atendidos na Faculdade de Odontologia de São José dos Campos. Dentre as sessenta lesões pesquisadas, a de maior freqüência foi o mucocele, totalizando 94 dos 370 casos encontrados (25,40%), ...

  7. Anemia em adolescentes segundo maturação sexual Anemia among adolescents according to sexual maturation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Assunção Iuliano

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de anemia em adolescentes (hemoglobina0,05. Observou-se aparente aumento do nível médio de hemoglobina com o desenvolvimento do adolescente. Detectou-se anemia em 11,0% dos adolescentes, a maioria na fase púbere, classificada como ''prevalência leve'' segundo a World Health Organization. Não foi encontrada associação entre indicadores sociais e anemia. CONCLUSÃO: O estudo apontou baixa prevalência de anemia, mas acima do esperado entre púberes de escola particular e indica tendência de aumento dos níveis de hemoglobina com o desenvolvimento sexual dos adolescentes. Devem ser realizados novos estudos de prevalência de anemia para se determinar sua causa entre adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos.OBJECTIVE: To assess the prevalence of anemia (hemoglobin level <12g/dL in adolescents, according to their sexual maturation stage. METHODS: A cross-sectional study was conducted with all adolescents enrolled in 5th - 8th grades in a private school in the city of São Paulo. Their hemoglobin level was measured (using Hemocue® and sexual development was self-evaluated (with the aid of pictures of the maturation stages proposed by Tanner. The social indicators evaluated were the per capita family income and maternal schooling. Student t test and non-parametric Kruskal-Wallis test were used for mean comparison and Chi-square-test for associations (p<0.05. RESULTS: We analyzed 118 students, of which 66.9% were females (aged 12.2±1.13 years and 33.1% were males (aged 12.0±1.18 years. The mean hemoglobin level was 13.2±1.08 g/dL for females and 13.3±1.21 g/dL for males, with no significant difference. An apparent increase in the mean hemoglobin level was verified along with sexual development of the adolescents. Anemia was detected in 11% of them, most in the pubertal stage, which is classified by the World Health Organization as ''mild prevalence''. No association was found between social

  8. “Mi mente decía no… mi cuerpo decía sí…”: el camino en decidir embarazarse las adolescentes escolarizadas My mind said no… my body said yes…”: Pregnancy in school adolescents Minha mente falava não… mas meu corpo falava sim…”: Gravidez em adolescentes escolarizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VÁSQUEZ TRUISSI MARTHA LUCÍA

    2009-12-01

    was carried out during one year in a public educational institution from the District of Aguablanca in Cali, Colombia. Key informants were six school adolescents who have become mothers and as general informants, fifteen men, fifteen non-pregnant women, ten teachers and thirteen parents. In depth interviews took place and focus groups until data saturation. The Spradley method was used for the analysis. Based on ethnosemantic, four domains were identified which were related with gender, culture, education and the decision to get pregnant. Additionally, from the domain study, one was able to identify and group four cultural topics related with the meaning of being a woman during the adolescence, establishment of gender relations, family planning and the reality in respect of the disappointment of parents and frustration of the life project. Adolescents move in cultural environments of freedom, space and temporality that predispose them and rush them not only to live sexuality rapidly, but also to move from romantic love to passionate love.A sexualidade, como dimensão transcendental do ser humano, é afetada com a cultura onde convergem significados e símbolos que expressam como as e os adolescentes a vivem desde sua cosmovisão. Essa pesquisa descreve, com base na perspectiva dos roles de gênero, os processos de tomada de decisões ante a gravidez das e dos adolescentes escolarizados. O estudo foi uma etnografia focalizada, que se realizou durante um ano numa instituição educativa pública do Distrito de Aguablanca em Cali, Colômbia. Participaram como informantes chaves seis adolescentes mães escolarizadas e, como informantes gerais, quinze homens, quinze mulheres não grávidas, dez professores e treze pais de família. A pesquisa inclui entrevistas em profundidade e focus groups até atingir saturação de dados. O método utilizado para a análise foi o método Spradley. A partir da etnosemántica se identificaram quatro domínios relacionados com o g

  9. " Mi mente decía no... mi cuerpo decía sí...": embarazo en adolescentes escolarizadas Minha mente falava não... mas meu corpo falava sim..." : Gravidez em adolescentes escolarizadas My mind said no... my body said yes...": Pregnancy in school adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARÍA ENRIQUETA CORTÉS ORTIZ

    etnografia focalizada, que se realizou durante um ano numa instituição educativa pública do Distrito de Aguablanca em Cali, Colômbia. Participaram como informantes chaves seis adolescentes mães escolarizadas e, como informantes gerais, quinze homens, quinze mulheres não grávidas, dez professores e treze pais de família. A pesquisa inclui entrevistas em profundidade e focus groups até atingir saturação de dados. O método utilizado para a análise foi o método Spradley. A partir da etnosemántica se identificaram quatro domínios relacionados com o gênero, a cultura, a educação e a decisão de ficar grávida. Adicionalmente, e baseado no estudo dos domínios a pesquisa conseguiu identificar e agrupar quatro temas culturais relacionados com o significado de ser mulher durante a adolescência, o estabelecimento das relações de gênero, o planejamento familiar e a realidade ante a decepção dos pais e a frustração do projeto de vida. As e os adolescentes se desenvolvem em contextos culturais de liberalidade, espacialidade e temporalidade que os predispõem e precipitam não só a viver a sexualidade rapidamente, mas a passar do amor romântico ao amor apaixonado.Sexuality, as a very important dimension of the human being, is affected by culture where the meaning and symbols are immersed and which express how adolescents experience it from their cosmovision. This study describes, from the perspective of gender roles, the decision making process in regard to pregnancy of school adolescents. The study was a focused ethnography that was carried out during one year in a public educational institution from the District of Aguablanca in Cali, Colombia. Key informants were six school adolescents who have become mothers and as general informants, fifteen men, fifteen nonpregnant women, ten teachers and thirteen parents. In depth interviews took place and focus groups until data saturation. The Spradley method was used for the analysis. Based on ethnosemantic, four

  10. Comportamentos de risco para as doenças sexualmente transmissíveis em adolescentes escolares de baixa renda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pricilla Diniz Bonfim Silva

    2005-08-01

    Full Text Available Os adolescentes costumam serem vulneráveis a comportamentos de risco para aquisição de doenças sexualmente transmissíveis (DST. O início precoce da atividade sexual, a multiplicidade de parceiros, o uso esporádico de preservativo, o consumo de bebida alcoólica e drogas ilícitas têm sido considerados preditores para as DST. Para identificar os comportamentos de risco para as DST, 223 adolescentes escolares de uma região de baixa renda adjacente à área metropolitana de Goiânia foram entrevistados durante novembro e dezembro de 2003. Verificou-se que neste grupo a média de idade da primeira relação sexual foi de 14,9 anos, sendo a média de parceiro sexual igual a quatro. O uso irregular ou não uso de preservativos foi relatado por 44,1% dos indivíduos. Quase a totalidade (80,7% dos adolescentes relatou consumo de bebida alcoólica e 13,9% uso de drogas ilícitas. Verificou-se ainda uma diferença estatisticamente significativa destes comportamentos em relação ao gênero. Gravidez foi reportada por 14% das adolescentes. Os achados deste estudo sugerem um elevado risco de doenças sexualmente transmissíveis e evidenciam a necessidade urgente de programas de saúde para este grupo alvo.

  11. Transtorno de estresse pós-traumático e uso de drogas ilícitas em mulheres encarceradas no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Byanka Quitete

    2012-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O risco para o desenvolvimento de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT entre mulheres encarceradas pode estar associado ao consumo de drogas. OBJETIVOS: Determinar a frequência de TEPT entre mulheres encarceradas e sua relação com o uso de drogas na prisão. As voluntárias foram também avaliadas para a determinação de ansiedade-traço, depressão, eventos estressores e características sociodemográficas e comparadas quanto à presença ou não do transtorno. MÉTODOS: Estudo transversal com mulheres encarceradas em que foram utilizados para a avaliação de TEPT os critérios determinados pelo DSM-IV, o Inventário Christo para descrição de uso de drogas, o Inventário de Ansiedade Traço-Estado e o Inventário Beck para avaliação de sintomas de ansiedade e depressão, respectivamente. RESULTADOS: Das 134 mulheres avaliadas, 40,3% apresentaram TEPT. Houve maior uso diário de cocaína entre as positivas para o transtorno (p < 0,01. O uso diário de drogas ilícitas na prisão foi descrito por 53% das entrevistadas. Todas as participantes TEPT-positivas apresentavam algum grau de depressão em comparação às TEPT-negativas (p < 0,05. CONCLUSÃO: A alta prevalência de TEPT encontrada é comparável à de populações de risco. Apesar de estarem em regime prisional, é alto o uso de drogas ilícitas. O maior uso de cocaína entre as detentas que apresentaram TEPT indica preferência por drogas estimulantes em mulheres com o transtorno.

  12. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la vulnerabilidad por factores de riesgo al VIH/SIDA en mujeres en riesgo social. MÉTODOS: Estudio llevado a cabo con 178 mujeres dueñas de casa (n=101 y trabajadoras del sector salud (n=77 de Antofagasta, Chile, en 2006-2007. Las dueñas de casa fueron consideradas en riesgo social. La vulnerabilidad al VIH fue calculada por medio de una escala que agrupó 21 reactivos en tres dimensiones: roles de género, comunicación con la pareja y actitud ante al uso del preservativo. Para determinar el peso relativo de cada una de las dimensiones en la vulnerabilidad total se realizó un análisis de regresión múltiple utilizando el puntaje total de la escala como variable dependiente y cada una de las tres dimensiones como variable independiente. RESULTADOS: En el grupo general, la dimensión con peso relativo mayor fue la dimensión actitud frente al uso del preservativo (0.542, seguida de relación de pareja (0.453 y roles de género (0.379. Para mujeres dueñas de casa, se observó una variación: relación de pareja (0.597, actitud frente al uso del preservativo (0.508 y roles de género (0.403. Para trabajadoras de la salud, el peso de las dimensiones fue: actitud frente al uso del preservativo (0.638, relación de pareja (0.397, y roles de género (0.307. CONCLUSIONES: Los resultados permiten inferir diferencias en los factores que condicionan la vulnerabilidad al VIH en los grupos de mujeres, siendo para aquellas que están en riesgo social el rol de género el factor con mayor capacidad predictiva de riesgo.OBJETIVO: Avaliar a vulnerabilidade por fatores de risco ao HIV/Aids em mulheres em risco social. MÉTODOS: Estudo realizado com 178 mulheres donas de casa (n=101 e trabalhadoras do setor de saúde (n=77 de Antofagasta, no Chile, em 2006-2007. As donas de casa foram consideradas em risco social. A vulnerabilidade ao HIV foi calculada por meio de uma escala que reuniu 21 itens em três dimensões: papéis de g

  13. Representações sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento em um centro de referência da cidade de São Paulo - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edemilson Antunes de Campos

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender as representações e os significados elaborados sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento no Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (CRATOD, localizado na cidade de São Paulo-Brasil. Para tanto, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com mulheres que fazem uso considerado abusivo de álcool. Para essas mulheres, as representações sobre o uso do álcool estão ligadas às relações familiares, profissionais e de gênero, que definem os modos de classificação do uso do álcool concebidos como socialmente aceito e como abusivo e, por essa via, acionam um sistema de acusações, que envolve os valores próprios do universo sociocultural no qual estão inseridas, identificando-as como "mulheres que abusam do álcool", isto é, mulheres que não cumprem suas obrigações sociais nas esferas da família e do trabalho.

  14. Representações sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento em um centro de referência da cidade de São Paulo - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edemilson Antunes de Campos

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender as representações e os significados elaborados sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento no Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (CRATOD, localizado na cidade de São Paulo-Brasil. Para tanto, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com mulheres que fazem uso considerado abusivo de álcool. Para essas mulheres, as representações sobre o uso do álcool estão ligadas às relações familiares, profissionais e de gênero, que definem os modos de classificação do uso do álcool concebidos como socialmente aceito e como abusivo e, por essa via, acionam um sistema de acusações, que envolve os valores próprios do universo sociocultural no qual estão inseridas, identificando-as como "mulheres que abusam do álcool", isto é, mulheres que não cumprem suas obrigações sociais nas esferas da família e do trabalho.

  15. Síndrome da lipodistrofia e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral de alta potência

    OpenAIRE

    Werner,Maria L. F.; Pone,Marcos V. da S.; Fonseca,Vânia M.; Chaves,Célia R. M. de M.

    2010-01-01

    OBJETIVO: Descrever o perfil lipídico, alterações da conformação corporal e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS, tratados com terapia antirretroviral de alta potência. MÉTODOS: Foram estudadas 43 crianças e adolescentes em uso dessa terapia atendidas no ambulatório de doenças infecciosas em Pediatria do Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro (RJ). Foram realizadas dosagens de colesterol total, lipoproteína de alta d...

  16. Mulheres vitoriosas na política: estudo comparativo entre as candidaturas ao cargo de deputado estadual no RS em 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Schulz

    2015-08-01

    Full Text Available O artigo pretende contribuir para a discussão do tema mulher e política ao problematizar os resultados da disputa ao cargo de deputado estadual no estado do Rio Grande do Sul/eleições 2010. A proposta é elaborar um quadro comparativo entre as candidatas e os candidatos eleitos, ou seja, através do recorte de gênero verificar similaridades e diferenças na construção de candidaturas vitoriosas em termos de votos, considerando as seguintes variáveis: recursos econômicos (despesas/receitas oficiais de campanha e recursos políticos ou trajetória política (carreira política, redes de contatos, militância. Por fim, o intento é trabalhar estes dados à luz dos debates sobre inclusão das mulheres no campo político.

  17. Relato de caso: doença celíaca recém-diagnosticada como fator agravante de osteoporose em mulher idosa

    OpenAIRE

    Pereira, Camila C.; Corrêa, Pedro Henrique S.; Halpern, Alfredo

    2006-01-01

    Mulher de 63 anos procurou endocrinologista para seguimento de osteoporose. Densitometria óssea revelava T L1-L4= -3,5 DP [Densidade mineral óssea (DMO): 0,766 g/cm²] e Tcolo fêmur= -2,4 DP (DMO: 0,716 g/cm²). Em uso de cálcio e vitamina D há 2 anos. Hipotireoidismo há 5 anos em uso de levotiroxina. Introduzido alendronato 70 mg/semana com ganho significativo de massa óssea no primeiro ano (6,1%, igualmente em coluna e colo de fêmur). Após 5 anos de seguimento, paciente passou a apresentar em...

  18. CONCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE UNIDADES DE ACOLHIMENTO SOBRE A MATERNIDADE EM ADOLESCENTES ABRIGADAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Helena Garcia Penna

    2012-01-01

    Full Text Available Estudio descriptivo y exploratorio que describe las concepciones de profesionales de refugios acerca de la maternidad de adolescente refugiada en abrigo y discutir la actuación de estos en el soporte a la construcción de una maternidad saludable a este grupo. Se analizaron el contenido de las hablas de seis profesionales de un refugio que trabajan con adolescentes institucionalizadas, de diciembre de 2009 a enero de 2010. Los profesionales consideran la maternidad en esto grupo como precoz y nociva debido a inmadurez de jóvenes madres y por la interrupción de los estudios. La acción dialógica, la problematización en el enfrentarse la maternidad entre las adolescentes y en la salud reproductiva, sexual y planificación familiar son estrategias que contribuyan para el alcance de la promoción de la salud de adolescentes refugiadas en abrigos.

  19. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela F Silveira

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  20. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silveira Mariângela F

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  1. Impacto de grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade de gênero The impact of women's groups on gender vulnerability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    2003-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, avaliaram-se oficinas de promoção à saúde e gênero, desenvolvidas em programas de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. O método baseia-se na pesquisa participante e na pesquisa ação. Foram nucleados grupos de mulheres em dois locais da cidade. O primeiro grupo foi freqüentado por 14 mulheres, com um total de seis encontros. O segundo recebeu 18 mulheres e realizou um total de 11 encontros. Os temas discutidos e vivenciados foram: relação pais e filhos, estereótipos e papéis de gênero, conjugalidade, limites a comportamentos abusivos, corpo e sexualidade e estratégias de enfrentamento à violência. Treze mulheres que freqüentaram o segundo grupo mudaram padrões de comportamento, buscando emprego, retornando à escola, melhorando a imagem corporal e reavaliando situações de violência. O grupo de pesquisadores aproximou-se do Fórum de Mulheres de São Leopoldo, fomentando o fortalecimento da rede de apoio/atendimento, bem como a visibilidade das políticas setoriais e de suas instâncias no planejamento e na execução de políticas públicas para a mulher.This study evaluated the impact of workshops on health and gender conducted through extension programs under Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS in the city of São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brazil. The method was based on participatory research and action-based research. Women's groups were organized in two locations in the city. The first group was attended by 14 women, with a total of 6 meetings. The second received 18 women and held a total of 11 meetings. The themes discussed and experienced were: relations between parents and children, gender stereotypes and roles, conjugality, limits to abusive behaviors, body and sexuality, and empowerment to deal with violence. Thirteen women who attended the second group changed their behavior patterns, looking for jobs

  2. Pressão arterial elevada em adolescentes e fatores associados: um estudo de base escolar em Uruguaiana, Rio Grande do Sul, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauren Lúcia de Araújo Bergmann

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivos: identificar a prevalência de pressão arterial (PA elevada e seus fatores associados em adolescentes de Uruguaiana (RS, 2011. Métodos: amostra probabilística composta por adolescentes de 10 a 17 anos de escolas públicas. A PA foi aferida pelo método auscultatório e classificada em normal ou elevada (PA acima do percentil 90. Fatores sociodemográficos, psicossociais, comportamentais, estado nutricional e aptidão física foram analisados. Foi realizada uma análise de regressão logística considerando um modelo teórico hierárquico. Resultados: participaram do estudo 1455 adolescentes (741 do sexo feminino. A prevalência de PA sistólica e PA diastólica elevadas foram de 16,4% (IC95%: 14,4-18,4 e de 18,5% (IC95%: 16,4-20,6, respectivamente. Permaneceram associados à PA sistólica e diastólica elevadas no modelo final: se perceber menos em forma que seus pares (sistólica OR: 2,27; IC95%: 1,22-4,23; diastólica OR: 2,99; IC95%: 1,34-6,70 e o sobrepeso e obesidade (sistólica OR: 9,29; IC95%: 4,89-17,69; diastólica OR: 4,70; IC95%: 2,61-8,45. Ainda, adolescentes do sexo feminino (OR: 1,39; IC95%: 1,02-1,90 e de maior nível socioeconômico (OR: 2,39; IC95%: 1,31- 4,36 têm mais chance de apresentarem PA sistólica elevada. Conclusões: a prevalência de PA elevada encontrada entre os adolescentes é alta. Para sua prevenção, programas de combate ao excesso de peso considerando características sociodemográficas como o sexo e nível socioeconômico devem ser elaboradas

  3. Fortalecimento muscular em adolescentes com paralisia cerebral: avaliação de dois protocolos em desenho experimental de caso único

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheyla Rossana Cavalcanti Furtado

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivos: descrever mudanças na função motora de dois adolescentes com diplegia espástica, sendo um deles participante de um protocolo de fortalecimento muscular isolado (FMI e o outro de protocolo de fortalecimento com tarefas funcionais (FTF. Métodos: desenho experimental de caso único, metodologia que revela a temporalidade do perfil de mudanças ao longo e após a terapia. Este desenho incluiu fases de baseline, de intervenção e de followup com quatro, seis e três semanas, respectivamente. Participantes foram duas adolescentes com displegia espástica submetidas, cada uma, a um protocolo de intervenção: fortalecimento muscular isolado (FMI ou fortalecimento com tarefas funcionais (FTF. Os protocolos de intervenção incluíram exercícios de fortalecimento muscular isolado de extensores de quadril, extensores de joelho e flexores plantares (para a participante do FMI, ou de exercícios funcionais para as mesmas musculaturas (para a participante do FTF. Mensurações três vezes por semana avaliaram força muscular, velocidade de marcha, tempo para subir e descer escadas, tempo para se levantar do chão e tempo no teste Timed Get Up and Go. Os dados foram analisados com Celeration Line, Amplitude de Dois Desvios Padrão e Análise Visual. Resultados: ganhos de força muscular de membros inferiores foram observados nas adolescentes submetidas a ambos os protocolos. Mudanças nas atividades motoras foram observadas em 2 das 4 tarefas testadas em somente uma das adolescentes (p<0,05. Conclusões: a especificidade funcional do protocolo de fortalecimento FTF produziu modestos efeitos no desempenho de atividades motoras de uma das adolescentes com PC, em acréscimo aos ganhos de força muscular produzidos por ambos os protocolos.

  4. Relatos de experiência homossexual em adolescentes masculinos Reports on homosexual experience in male adolescents

    OpenAIRE

    Taquette,Stella R.; Vilhena, Marília M.; Úrsula Pérsia Paulo dos Santos; Mônica Maria Vianna de Barros

    2005-01-01

    Na adolescência costuma ocorrer o primeiro contato sexual genital. Ao pesquisarmos a sexualidade dos adolescentes masculinos atendidos no NESA-UERJ, constatamos que 20,3% dos sexualmente ativos já tinham tido experiências homossexuais. Este artigo visa investigar as características desses rapazes que se relacionaram sexualmente com outros homens. Realizamos um estudo transversal, através de entrevistas com adolescentes atendidos no NESA, escolhidos aleatoriamente. Entrevistamos 105 rapazes, s...

  5. Nem normal, nem patológico : mulheres em situações de violência: revelando sentidos para a atenção e o cuidado

    OpenAIRE

    Joannie dos Santos Fachinelli Soares

    2016-01-01

    Esta tese centra-se na problemática da violência contra as mulheres, nas trajetórias em serviços de acolhimento e em práticas sociais e profissionais de cuidado. Baseada em estudos anteriores da autora, parte das afirmações de que serviços e práticas são inadequados, desarticulados, medicalizados e desrespeitam as mulheres vitimadas. Nesse sentido, a partir de experiências de mulheres em situação de violência buscou refletir, compartilhadamente, sua relação com os serviços e suas concepções d...

  6. Mães adolescentes em situação de rua: uma revisão sistemática da literatura Homeless adolescent mothers: a systematic review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Lise Sandoval Scappaticci Silveira

    2010-01-01

    Full Text Available Pouco se sabe sobre mães adolescentes que passam por gravidez ou maternidade fora de casa. Este estudo é uma revisão da literatura epidemiológica sobre esse fenômeno crescente. Os artigos foram identificados através de pesquisa nas seguintes bases de dados eletrônicas: MEDLINE, Lilacs, SciELO, PsychINFO, CINHAL, ERIC e Sociological Abstracts; 19 referências foram recuperadas. Os estudos mostram ampla heterogeneidade dos objetivos e dos métodos e revelam principalmente que as adolescentes têm elevadas taxas de abuso de substâncias, transtornos mentais, falta de apoio social, comportamento sexual, violência física e sexual; gravidez e interação mãe-criança problemáticas. Poucos artigos resultaram da revisão metodológica realizada sobre essa população. As mães adolescentes de rua têm grande exposição à violência, abuso de drogas e risco de problemas de saúde física e mental. Mais estudos centrados no estigma e em métodos de intervenção para esse grupo de mulheres são necessários nesta área, especialmente em populações culturalmente distintas.Little is known about adolescent mothers who are homeless during pregnancy and motherhood. This study is a review of the epidemiological literature about this increasing phenomenon. Articles were identified by searching the following electronic databases: MEDLINE, Lilacs, SciELO, PsychINFO, CINHAL, ERIC and Sociological Abstracts; 19 studies were retrieved. The studies showed a wide heterogeneity of objectives and methods, and mainly revealed that the teenagers have high rates of substance abuse, mental disorders, lack of social support, sexual behavior, physical and sexual violence, and troublesome pregnancy and mother-child interaction. Our methodological review found few articles about this population. Homeless adolescent mothers are extensively exposed to violence, drug abuse, and risk of physical and mental health problems. Further studies are needed about this topic

  7. Efeitos do tiotixene (P-4657 B em crianças e adolescentes psicóticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edy S. Navarro

    1968-12-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos do tiotixene (P-4657B em 34 crianças e adolescentes psicóticos dos quais '29 eram esquizofrênicos, tendo 17 deles menos de um ano de tempo de doença e 12 mais de um ano de doença. Foram obtidos bons resultados em 20 casos com nítida melhora na sintomatologia psíquica. Os efeitos colaterais foram de pequena intensidade. Os exames subsidiários (hemograma, provas de função hepática e eletrencefalograma não revelaram alterações significativas. Assim o tietixene confirmou sua atividade antipsicótica não só nos casos em que foi o primeiro tratamento instituído como também em alguns pacientes que tinham sido tratados com outras drogas antipsicóticas sem resultados satisfatórios. Foi assinalado efeito nítido sobre o apragmatismo e o embotamento afetivo. Ocorreu ação sedativa nas agitações psicomotoras devendo-se salientar que o resultado positivo se fez quase sempre sentir com dose mínima (5 — 10 mg/dia já nos primeiros dias de tratamento. Foi ótima a tolerância ao medicamento. Os efeitos colaterais foram mínimos. Sendo a esquizofrenia em crianças e adolescentes de difícil tratamento, a existência desta nova droga é, na opinião dos autores, uma util contribuição para sua terapêutica.

  8. Fatores psicossociais associados ao desenvolvimento de transtornos psiquiátricos em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Ester Inácio Ferraz

    2017-08-01

    Full Text Available Introdução: o objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de comportamentos e sintomas relacionados ao desenvolvimento de transtornos psiquiátricos em crianças e adolescentes em uma população de 307 crianças acompanhadas em ambulatórios de pediatria do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS, em Fortaleza, Ceará. Métodos: o Questionário de Capacidades e Dificuldades (SDQ foi o instrumento principal do estudo, além de um formulário sociodemográfico desenvolvido pelos autores, contendo possíveis fatores associados ao desenvolvimeto de transtornos mentais. O SDQ possui 25 questões que compõem cinco subgrupos de sintomas psiquiátricos. Resultados: encontramos percentuais elevados de crianças com comportamento pró-social não normal (10,1%, hiperatividade (30,3%, sintomas emocionais (61,6%, problemas de conduta (45,9% e problemas de relacionamento com colegas (32,9%. A análise univariada revelou os seguintes fatores como estatisticamente significativos (p<0,05 para o surgimento potencial de transtornos mentais: doença mental dos pais, depressão materna no período até 03 meses após o nascimento da criança e pais que não vivem juntos atualmente. Discussão: a prevalência de transtornos mentais em crianças e adolescentes acompanhados por outras comorbidades clínicas é consideravelmente maior que na população geral; e os fatores significativos para o desenvolvimento de transtornos mentais na criança estão relacionados aos pais.

  9. Ligação aos pares e autoestima: desenvolvimento psicopatológico em adolescentes de famílias intactas e institucionalizados

    OpenAIRE

    Costa, Ingride Gomes

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica A institucionalização, tema que tem sido pouco abordado em Portugal, traduz em muitos casos sentimentos de rejeição e abandono que recriam situações de risco e vulnerabilidade nos adolescentes. No entanto, a oportunidade de estabelecer laços afetivos e emocionais com outras figuras significativas em meio institucional, como os pares, parece ser facilitador de um processo adaptativo. O presente estudo teve como objetivo principal analisar em que...

  10. Medio ambiente social y conductas alimentarias de riesgo: una exploración en mujeres adolescentes en México Ambiente social e hábitos alimentares de risco: um estudo com mulheres adolescentes no México Social environment and risky eating behaviors: an exploratory study in adolescent females in Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ietza Bojorquez

    2013-01-01

    Full Text Available Los objetivos de este trabajo fueron explorar: (1 la asociación entre medio ambiente social a niveles municipal y familiar, y conductas alimentarias de riesgo, en mujeres adolescentes; y (2 la interacción entre medio ambiente social y cultural e índice de masa corporal (IMC. La información se obtuvo de una encuesta representativa de las estudiantes de preparatoria en el Estado de México, México (15-19 años. Se aplicó un cuestionario para conductas alimentarias de riesgo y datos sociodemográficos. Se evaluó el medio ambiente social y cultural municipal mediante el índice de marginación del municipio. El análisis se hizo mediante regresión multinivel. La prevalencia de conductas alimentarias de riesgo fue 4,23%. El IMC y el nivel socioeconómico familiar se asociaron directamente con conductas alimentarias de riesgo. El índice de marginación municipal no se asoció con conductas alimentarias de riesgo. Esto puede deberse a que no se midieron los componentes relevantes del medio ambiente social y cultural, o a que el nivel municipal no ejerza un efecto contextual sobre conductas alimentarias de riesgo. El efecto del IMC sobre conductas alimentarias de riesgo fue mayor en municipios más marginados.Os objetivos deste trabalho foram: (1 explorar a associação entre ambiente social, no nível municipal e familiar, e hábitos alimentares de risco em mulheres adolescentes; e (2 explorar a interação entre ambiente social e cultural e o índice de massa corporal (IMC. Os dados foram conseguidos através de uma pesquisa representativa entre estudantes do segundo grau no Estado de México, México (15-19 anos. Foi aplicado um questionário sobre hábitos alimentares de risco e dados sociodemográficos. O ambiente social e cultural municipal foi avaliado pelo índice de marginalização do município. A análise utilizou o modelo de regressão multinível. A prevalência de hábitos alimentares de risco foi de 4,23%. O IMC e o n

  11. Sobrevida em cinco anos e fatores prognósticos em mulheres com câncer de mama em Santa Catarina, Brasil Five-year survival and prognostic factors in women with breast cancer in Santa Catarina State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ione Jayce Ceola Schneider

    2009-06-01

    Full Text Available Este estudo tem o objetivo de descrever a sobrevida em câncer de mama e os fatores associados à mesma. Caracteriza-se como uma coorte histórica de mulheres com diagnóstico de câncer de mama no período de 2000 a 2002, que foram catalogadas nos registros hospitalares de câncer do Centro de Pesquisas Oncológicas de Santa Catarina e Hospital de Caridade - Irmandade Nosso Senhor dos Passos, os dois localizados em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Para a análise estatística foram utilizados o estimador de Kaplan-Meier e o modelo de Cox. A taxa de sobrevida geral em cinco anos foi de 76,2% (IC95%: 73,6-78,9. Os fatores independentes associados ao maior risco de óbito foram faixa etária menor de 30 anos (hazard ratio- HR = 3,09; IC95%: 1,25-7,67; as mulheres analfabetas (HR = 3,70; IC95%: 1,44-9,55; as com estadiamento III (HR = 5,27; IC95%: 2,56-10,82 e IV (HR = 14,07; IC95%: 6,81-29,06. Mulheres jovens são aquelas com piores taxas de sobrevida. Também existem muitas mulheres sendo diagnosticadas em estádios avançados, tendo uma sobrevida pior, demonstrando a necessidade de ações de diagnóstico precoce.The aim of this study was to analyze breast cancer survival and associated factors, based on a historical cohort of women with breast cancer diagnosis from 2000 to 2002 recorded in the hospital cancer registries at the Santa Catarina Center for Cancer Research and the Irmandade Nosso Senhor dos Passos Charity Hospital, both located in Florianópolis, Santa Catarina State, Brazil. The statistical analysis used the Kaplan-Meier estimator and Cox model. Overall five-year survival was 76.2% (95%CI: 73.6-78.9. Independent factors associated with increased risk of death were age less than 30 years (hazard ratio - HR = 3.09; 95%CI: 1.25-7.67; illiteracy (HR = 3.70; 95%CI: 1.44-9.55; and stages III (HR = 5.27; 95%CI: 2.56-10.82 and IV (HR = 14.07; 95%CI: 6.81-29.06. Young women had the worst survival rates. There were also many women

  12. Estilo de vida, emoções, afetos e psicopatia em mulheres recluídas

    OpenAIRE

    Pinheiro, Marina Leonor Martins

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado integrado em Psicologia O presente estudo, pretende contribuir para a compreensão do afeto, das emoções experienciadas e estilo de vida associado à psicopatia feminina. Apesar dos inúmeros estudos realizados para a compreensão da psicopatia, existe uma lacuna na integração deste conceito com as dimensões afetivas e, mormente, escassez de estudos realizados com populações femininas. Para responder à questão de investigação, foi utilizada uma bateria de ...

  13. Baixa estatura e magreza em crianças e adolescentes com doença falciforme

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Cordovil Marques de Souza

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional antropométrico de crianças e adolescentes com doença falciforme, atendidas em um hospital de pediatria no município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo transversal, com dados extraídos dos prontuários. Foram coletadas variáveis antropométricas, sociodemográficas, clínicas e hematológicas referentes à última consulta da criança no ano de 2006. RESULTADO: A amostra foi composta por 161 crianças e adolescentes. Dentre elas, 15,5% apresentaram baixa estatura (estatura/idade <-2 escore-Z, e 5,7%, magreza (índice de massa corporal/idade <-2 escore-Z. Crianças de baixo peso ao nascer e cujo responsável não vive com o companheiro apresentaram menor escore-Z para o índice altura/idade do que crianças de peso adequado ao nascimento (p=0,030 e cujo responsável vive com o companheiro (p=0,003. CONCLUSÃO: Crianças e adolescentes com doença falciforme apresentaram maior prevalência de baixa estatura e magreza em relação à população geral. Por outro lado, o baixo peso ao nascer e o fato de o responsável não viver com o companheiro foram fatores associados com a menor estatura da criança.

  14. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  15. Escalas para medida de comportamento preventivo em meninas adolescentes frente às DST/HIV: revisão integrativa Escalas de medida de la conducta preventiva en niñas adolescentes frente al ETS/VIH: revisión integradora Scales to preventive measure of behavior in adolescent girls to front STD/HIV: integrative review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane do Amaral Gubert

    2010-12-01

    Full Text Available Desde o surgimento da epidemia da aids no cenário epidemiológico mundial, a prevenção da transmissão do HIV entre mulheres e adolescentes tem sido um dos maiores desafios no controle da doença. Por meio da revisão integrativa, este estudo tem por objetivo descrever os estudos que utilizaram escalas validadas a fim de acessar comportamentos de adolescentes do sexo feminino frente à prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. Para seleção dos artigos utilizou-se duas bases de dados: PubMed, arquivo digital produzido pela National Library of Medicine, e Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL; a amostra constitui-se de sete artigos. As escalas apontam que o profissional de saúde deve reconhecer as interações entre os pares, parceiros sexuais e pais para avaliar a vulnerabilidade das adolescentes e incentiva o uso de ferramentas confiáveis para a prática de enfermagem no contexto da prevenção a estes agravos.Desde los albores de la epidemia de SIDA en el escenario internacional epidemiológica, prevención de la transmisión del VIH entre las mujeres y adolescentes ha sido uno de los mayores retos en el control de la enfermedad. A través de revisión integradora, este estudio tiene como objetivo describir los estudios que utilizan escalas validadas para el acceso de los comportamientos adolescentes de sexo femenino frente a la prevención de las enfermedades de transmisión sexual, enfermedades de transmisión sexual. Para la selección de los artículos usados dos bases de datos: PubMed, arquivo digital produzido em la National Library of Medicine e Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL; la muestra está formada por siete artículos. Las escalas indican que los profesionales de la salud deben reconocer las interacciones entre los compañeros, socios y padres para evaluar la vulnerabilidad de los adolescentes y fomentar el uso de herramientas fiables para la práctica de

  16. Recursos sociais para apoio às mulheres em situação de violência em Ribeirão Preto, SP, na perspectiva de informantes-chave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Antônio dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivou-se conhecer as organizações envolvidas no atendimento de mulheres em situação de violência, considerando a rede de agências e equipamentos sociais disponíveis. Utilizou-se abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas a 11 representantes de instituições como: Polícia Militar, Delegacia de Defesa da Mulher, Conselho tutelar, juízes e promotores da Vara de Infância e Juventude, Vara Criminal e voluntários de duas ONGs. Pela análise de conteúdo, os resultados foram sistematizados em três categorias: missão da organização, limites da atuação e inserção no fluxo de atendimento - e apontaram que os entrevistados, de maneira geral, mostram-se sensibilizados e informados sobre a questão da violência contra a mulher (VCM. Os serviços não têm conhecimento da amplitude da rede de apoio e por isso atuam de modo desarticulado. Em consequência, o fluxo de atendimento pode ficar fragmentado e não permitir acompanhamento em todos os níveis. Os dados indicam necessidade de maior entrosamento e capacitação para profissionais.

  17. Recursos sociais para apoio às mulheres em situação de violência em Ribeirão Preto, SP, na perspectiva de informantes-chave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Antônio dos Santos

    Full Text Available Objetivou-se conhecer as organizações envolvidas no atendimento de mulheres em situação de violência, considerando a rede de agências e equipamentos sociais disponíveis. Utilizou-se abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas a 11 representantes de instituições como: Polícia Militar, Delegacia de Defesa da Mulher, Conselho tutelar, juízes e promotores da Vara de Infância e Juventude, Vara Criminal e voluntários de duas ONGs. Pela análise de conteúdo, os resultados foram sistematizados em três categorias: missão da organização, limites da atuação e inserção no fluxo de atendimento - e apontaram que os entrevistados, de maneira geral, mostram-se sensibilizados e informados sobre a questão da violência contra a mulher (VCM. Os serviços não têm conhecimento da amplitude da rede de apoio e por isso atuam de modo desarticulado. Em consequência, o fluxo de atendimento pode ficar fragmentado e não permitir acompanhamento em todos os níveis. Os dados indicam necessidade de maior entrosamento e capacitação para profissionais.

  18. O encontro com a mulher ferida: contratransferência de psicólogas no atendimento às mulheres em situação de violência conjugal

    OpenAIRE

    Duca, Leticia Lo

    2010-01-01

    A pesquisa visa observar a contratransferência de psicólogas na clínica com mulheres em situação de violência conjugal. Espera-se que a identificação e o reconhecimento da contratransferência possa facilitar às psicólogas a elaboração de seus sentimentos. Isso tudo pode beneficiar a evolução do atendimento e também a manutenção da saúde psíquica dessas profissionais. Partindo para um contexto mais amplo, o estudo pretende contribuir na conscientização das feridas provocadas pela violência mas...

  19. Desafios Diagnósticos na Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS em uma Adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jalles Dantas Lucena

    2017-10-01

    Full Text Available Dificuldades no diagnóstico de Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS numa adolescente de 16 anos, com hipotireoidismo a 10 anos, apresenta sudorese, palidez, calor, taquicardia, fadiga e tontura. Após seis meses, houve recidiva pós-prandial, revertida com manobra de Trendelenburg. Tilt Test demonstrou em decúbito dorsal pressão arterial (PA 106/71mmHg e frequência cardíaca (FC 72bpm. Após terceiro minuto, PA 101/70mmHg e FC 99bpm. Além hipotireoidismo, não detectou-se outros fatores de risco para disautonomia. Propranolol (10mg, 12/12h controlou sintomas. Diagnóstico de POTS é difícil em adolescentes, confundindo com Epilepsia e Síncope Neurocardiogênica. Nesse caso, hipotireoidismo parece ser fator causal da POTS.

  20. Aplicabilidade do mismatch negativity em crianças e adolescentes: uma revisão descritiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirtes Bruckmann

    Full Text Available RESUMO O Mismatch Negativity (MMN é um potencial cortical que ocorre em resposta a uma mudança de um estímulo acústico em meio a uma sequência de repetidos estímulos, o que reflete a capacidade do cérebro em discriminar o som de modo passivo, ou seja, sem a necessidade de atenção do indivíduo ao estímulo sonoro. Diante disso, o objetivo deste estudo foi realizar uma revisão descritiva sobre o MMN, a fim de identificar a sua aplicabilidade em crianças e adolescentes nos últimos cinco anos. Para isso, realizou-se uma busca nas bases de dados Lilacs, SciELO, Medline e Pubmed utilizando os seguintes descritores: córtex auditivo, eletrofisiologia, potenciais evocados auditivos e as palavras Mismacth e Negativity. Nesta revisão, foram encontrados 14 estudos que avaliaram crianças e/ou adolescentes com dificuldade de articulação na fala, distúrbio específico de linguagem, transtorno do processamento auditivo, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH, dislexia, autismo, risco para esquizofrenia, psicose, amusia, fenilcetonúria e atenção seletiva. Foi possível, assim, realizar a revisão descritiva sobre a aplicação do MMN em crianças e adolescentes, concluindo-se que, nos últimos cinco anos, houve uma produção considerável de artigos sobre o tema, embora no Brasil a presença de estudos a esse respeito ainda seja escassa. Nesse sentido, apesar de existir uma variedade de aplicações para o MMN, no que diz respeito à população brasileira, necessita-se ainda de evidências científicas que assegurem o efeito deste potencial nas diferentes faixas etárias. Verificou-se, também, que a busca por estudos sobre MMN nas bases de dados citadas pode ser realizada apenas utilizando as palavras Mismacth e Negativity.

  1. Limites e possibilidades: uma tentativa de aproxima??o antropol?gica com a realidade de adolescentes em situa??o de explora??o sexual na Cidade de Manaus

    OpenAIRE

    Leit?o, Consuelena Lopes

    2016-01-01

    A presente tese traz uma tentativa de aproxima??o com a realidade de adolescentes em situa??o de explora??o sexual na cidade de Manaus. A hip?tese que sustenta sua an?lise ? a de que a rede de prote??o e a rede de explora??o de crian?as e adolescentes partem de l?gicas pr?prias e diferentes de funcionamento, e que a rede de explora??o est? muito mais pr?xima da realidade das adolescentes. A partir de experi?ncias em campo, utilizando a etnografia e a observa??o participante em institui??es de...

  2. O ser adolescente gestante em transição: um enfoque de cuidar-pesquisar sob a ótica da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivete Palmira Sanson Zagonel

    2002-08-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objeto o significado do ex-sistir feminino na cotidianidade diante da transição da adolescência e gestação. Objetiva compreender o sentido de ser adolescente gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado, diante da simultaneidade dos eventos vitais, expressos pelos discursos e cuidar do ser adolescente gestante ao mesmo tempo em que desvela o sentido que funda a simultaneidade transicional feminina dos eventos vitais. Foram analisados oito discursos, utilizando a entrevista fenomenológica guiada pela questão norteadora "o que é ser adolescente e gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado diante da simultaneidade dos eventos vitais, enquanto este ser é cuidado". A análise compreensiva dos depoimentos deu-se à luz da hermenêutica heideggeriana. Permitiu desvelar o ser adolescente gestante em transição, enquanto ser de possibilidades, projeta-se enquanto ser exsistindo, mostra-se surpresa, temerosa, fragilizada, vivência a ambiguidade entre o prazer e o sofrimento, a partir das significações atribuídas às vivências.

  3. Complicações obstétricas, eventos estressantes, violência e depressão durante a gravidez em adolescentes atendidas em unidade básica de saúde Obstetric complications, stressful life events, violence and depression during pregnancy in adolescents at primary care setting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Krauss Pereira

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A depressão é um transtorno psiquiátrico comum entre as adolescentes grávidas e está associada a diversos fatores de risco. OBJETIVOS: Estimar a prevalência da depressão em adolescentes grávidas e identificar os principais fatores de risco. MÉTODOS: Dados seccionais foram coletados de 120 gestantes adolescentes atendidas em uma unidade básica de saúde do Rio de Janeiro. Os instrumentos utilizados foram o Composite International Diagnostic Interview (CIDI, para diagnosticar a depressão; a escala Stressful Life Events, para avaliar a presença de eventos estressantes; o Abuse Assessment Screen (AAS, para o rastreamento de violência contra a mulher durante a gestação. RESULTADOS: A prevalência de depressão gestacional foi de 14,2% (IC: 8,7-21,9, sendo os principais fatores associados: história anterior de depressão, sangramento anômalo e hospitalização na atual gravidez, história de acidente, incêndio ou catástrofe e maus-tratos durante a vida. CONCLUSÕES: Os resultados reforçam que a investigação dos fatores de risco, o diagnóstico e o tratamento da depressão devem ser parte integrante do atendimento pré-natal a adolescentes grávidas.BACKGROUND: Depression is a common psychiatric disorder among pregnant adolescents and it is associated with several risk factors. OBJECTIVES: This study aimed to assess the prevalence and associated factors of depression in pregnant adolescents. METHODS: Sectional data were collected among 120 pregnant adolescents attending in a basic health unit in Rio de Janeiro. The following research instruments were used: the Composite International Diagnostic Interview (CIDI to diagnose depression, the Stressful Life Events to assess stressful life events, the Abuse Assessment Screen (AAS to screening violence against woman during pregnancy. RESULTS: The prevalence of gestational depression was 14.2% (CI 95% 8.7-21.9 and associated factors were: history of depression before pregnancy

  4. Reincidência de gravidez em adolescentes Subsequent pregnancy among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zenilda Vieira Bruno

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os aspectos epidemiológicos na reincidência de gravidez na adolescência. MÉTODOS: estudo de coorte que incluiu 187 adolescentes grávidas, atendidas e acompanhadas durante cinco anos após o parto em um serviço de atendimento de adolescentes do Estado do Ceará. Foram analisados: faixa etária, estar ou não estudando, morar com os pais, escolaridade, condição marital e condição do companheiro atual. Os dados foram digitados e analisados no programa EPI-INFO. Foram feitas análises estatísticas das variáveis independentes (idade, escolaridade, estudar, trabalhar, morar com os pais, estado civil e mudança de parceiro e comparadas quanto à variável dependente (ter ou não uma nova gravidez cinco anos depois. O teste exato de Fisher foi utilizado para avaliar associação entre os fatores que poderiam influenciar a repetição da gravidez, considerado como tendo associação quando o pPURPOSE: to evaluate epidemiological aspects in recurrent adolescence pregnancy. METHODS: cohort study including 187 pregnant adolescents attended and followed-up for five years after delivery in an adolescent's attendance service in Ceará state. Age group, being or not at school, living with parents, schooling, marital status and the present partner's condition were analyzed. Data were processed by the EPI-INFO program. Statistical analysis of the independent variables (age, schooling, being at school, having a job, living with parents, marital status and switching partners was done and compared to the dependent variable (being or not pregnant after five years. The Fisher's exact test was used to evaluate the association among factors which could influence the pregnancy recurrence, the association being present when p<0.05. Risks related to schooling, marital status and multiple partners have been calculated, since these were significant factors for pregnancy recurrence. RESULTS: 61% of the adolescents got pregnant in the five years

  5. Adiposidade em adolescentes e obesidade materna Relationship between maternal obesity and adiposity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Petroli Frutoso

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a relação entre adiposidade na adolescência e obesidade materna. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal com 660 indivíduos de 8 a 18 anos, de ambos os sexos, matriculados em uma escola pública e outra privada do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista, medidas antropométricas e inquérito alimentar. A adiposidade na adolescência foi mensurada a partir do índice de massa corporal e, por meio de análise de regressão, verificou-se sua relação com a obesidade materna, ajustada por sexo, idade, estágio de maturação sexual, valor energético total da dieta, atividade física, sedentarismo, peso ao nascer e escolaridade materna. RESULTADOS: Dos adolescentes estudados, 64,7% eram do sexo feminino. A média (desvio-padrão de idade foi de 12,4 (1,80, variando de 8 a 17 anos. Verificou-se maior prevalência de excesso de peso e obesidade entre os indivíduos do sexo masculino, não sendo observada associação significativa entre estado nutricional e sexo. Após ajuste pelas covariáveis, detectou-se que filhos de mães obesas têm risco quatro vezes maior de ser obesos, quando comparados aos adolescentes filhos de mães não obesas. CONCLUSÃO: Conclui-se que a obesidade materna representa fator de risco importante para o desenvolvimento da obesidade na adolescência.OBJECTIVE: This study aimed to describe the relationship between teenager's adiposity and maternal obesity. METHODS: A cross-sectional study was done with 660 teenagers aged 8 to 18 years, of both genders, students of private and public schools of São Paulo. The data were collected by interviews, anthropometric measurements and food intake records. Teenagers' adiposity was determined by body mass index and regression analyses was used to verify its relationship with maternal obesity adjusted for gender, age, stage of sexual development, energy intake, physical activity, sedentary lifestyle, birth weight and

  6. Características das gestações de adolescentes internadas em maternidades do estado de São Paulo, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Prado de Mello Jorge

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as características das gestantes adolescentes internadas em hospitais no estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal realizado em seis maternidades públicas e privadas durante três meses de 2001, com adolescentes gestantes de 10 a 19 anos de idade, mediante entrevistas e consultas aos prontuários e cadernetas de pré-natal. RESULTADOS: foram incluídas 1.448 gestantes adolescentes; houve 71 abortos, 16 natimortos e nove óbitos entre os 1.367 nascidos vivos (0,7%; a maioria das gestantes (79,8% era primigesta, 11,7% referiram ter fumado, 8,8% consumiram álcool e 1,2% informaram uso de drogas ilícitas durante a gestação; a proporção de adolescentes de 10 a 14 anos que iniciaram o pré-natal ao terceiro trimestre (9,3% foi maior do que aquela entre 15 e 19 anos (3,3%. CONCLUSÃO: observou-se elevada prevalência de fatores de risco gestacional entre as adolescentes, como tabagismo, consumo de álcool e início tardio do pré-natal.

  7. Eventos estressores e estratégias de coping em adolescentes: implicações na aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Bastani Busnello

    Full Text Available Ao longo da vida, nos deparamos com eventos com os quais não nos percebemos capacitados a lidar, o que pode gerar um estado de tensão no organismo denominado estresse. As alterações decorrentes do estresse e o impacto que provoca na vida das pessoas podem agravar a desadaptação do indivíduo em seu desenvolvimento, sobretudo no ambiente escolar. O presente artigo explora as relações entre eventos de vida estressores, estresse e estratégias de coping em adolescentes, discutindo as possíveis implicações desses fatores na aprendizagem. Além disso, são descritos os fatores ambientais e a neurobiologia do estresse, bem como o papel da resiliência no enfrentamento de situações estressantes.

  8. Excesso de peso e síndrome metabólica em adolescentes: prevalência e fatores associados

    OpenAIRE

    Pontes, Luciano Meireles de

    2012-01-01

    O conhecimento sobre a prevalência do excesso de peso e seu impacto nos componentes da síndrome metabólica durante a adolescência, vem sendo explorado em estudos com o intuito de contribuir para medidas de promoção à saúde nas doenças cardiovasculares e metabólicas. Neste sentido, os objetivos desta tese foram: determinar a prevalência de má nutrição e analisar os fatores associados ao excesso de peso e a presença de componentes da síndrome metabólica em adolescentes. Numa primeira etapa foi ...

  9. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    OpenAIRE

    Jeane Lessinger Borges; Veranice Tatiane Zingler

    2013-01-01

    Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977). Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das ado...

  10. ASSOCIAÇÃO ENTRE A FRAÇÃO EXALADA DE ÓXIDO NÍTRICO E DADOS DA ESPIROMETRIA E O CONTROLE CLÍNICO DA ASMA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luanda Dias da Silva Salviano

    2018-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a associação entre os valores da fração exalada de óxido nítrico (FeNO e do volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1 e o grau de controle da asma, segundo proposta do Global Initiative for Asthma (GINA, em crianças e adolescentes asmáticos atendidos no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira da Fundação Oswaldo Cruz(IFF/FIOCRUZ. Métodos: Estudo transversal, com revisão de prontuários de 90 asmáticos entre 7 e17 anos de idade, acompanhados no Ambulatório de Asma do IFF/FIOCRUZ e encaminhados ao setor de Prova de Função Respiratória (PFR entre março de 2013 e setembro de 2014. Após classificação segundo o GINA, os pacientes realizaram espirometria completa e medida da FeNO. Posteriormente, foram separados em dois grupos: em uso regular e não regular de corticosteroide inalatório (CI, independentemente do padrão ventilatório na espirometria. Resultados: Observou-se associação entre os valores de VEF1 e o grau de controle da asma segundo o GINA (p=0,001 em todos os pacientes analisados, independentemente do uso de CI, mas não houve associação entre os valores de VEF1 e os níveis da FeNO. Conclusões: A correlação observada entre o GINA e o VEF1 reforça a importância da espirometria no seguimento clínico desses pacientes. Embora não tenha sido detectada associação entre o valor da FeNO e o grau de controle da asma e o VEF1,a FeNO pode constituir um método precoce para detectar inflamação nas vias aéreas, antes mesmo dos sintomas e das alterações espirométricas.

  11. Estereótipos de gênero e sexismo ambivalente em adolescentes masculinos de 12 a 16 anos Ambivalent sexism and gender stereotyping in male adolescents aged 12 to 16 years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Mesquita Filho

    2011-09-01

    Full Text Available A discriminação e a violência contra o gênero feminino associam-se a representações distorcidas da mulher. Este trabalho tem o objetivo de mensurar a existência de preconceitos nas manifestações dos estereótipos de gênero e sexismo ambivalente, em adolescentes masculinos de 12 a 16 anos. Em um estudo transversal, aplicaram-se três questionários (sociodemográfico, Gender stereotyping, Inventário do Sexismo Ambivalente a 787 estudantes de 11 escolas públicas. Nos resultados, detectou-se a presença de estereótipos de gênero. Houve diferença significante entre alunos de escolas estaduais e municipais e também nos alunos que estudavam em bairros de poder aquisitivo elevado em relação aos demais. O sexismo, também presente, apresentou-se significantemente mais benévolo que hostil. O escore para o componente benévolo variou conforme a escola cursada. O hostil não foi influenciado pelas variáveis estudadas. Os achados corroboram a existência de estereótipos de gênero e sexismo ambivalente nos adolescentes masculinos e a necessidade de desenvolvimento de ações e políticas para sua erradicação.Discrimination and violence against the female gender are associated with distorted representation of women. This paper aims at measuring the existence of prejudice in the manifestations of ambivalent sexism and gender stereotypes in male adolescents aged 12 to 16 years. Three questionnaires (socio-demographic, Gender stereotyping, Ambivalent Sexism Inventory were applied to 787 students of 11 public schools in a cross-sectional study. The results pointed out to the presence of gender stereotypes. There was a significant difference between students of state and city schools and also between those who studied in neighborhoods presenting a higher economic status in comparison to the others. Sexism presented itself significantly more benevolent than hostile. The score to the benevolent component varied according to the attended

  12. Ocorrência e manejo de feridas neoplásicas em mulheres com câncer de mama avançado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais de Oliveira Gozzo

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil sociodemográfico de mulheres com câncer de mama que apresentam feridas neoplásicas e identificar as coberturas mais utilizadas para o tratamento das feridas. Métodos: Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, de corte transversal e retrospectivo. Os dados foram coletados por meio de revisão de prontuários de mulheres com câncer de mama no período de 2000 a 2010. Resultados: A amostra constituiu-se de 62 mulheres com idade média de 55,4 anos; 75,8% eram de cor branca, 55% apresentaram carcinoma ductal invasor e 27,4%, estágio clínico IIIb. Dos óbitos registrados, 27% ocorreram em menos de um ano após o aparecimento da ferida. Os sintomas registrados foram dor (32,2%, sangramentos (35% e necrose (21%. Os produtos utilizados foram a sulfadiazina de prata (23% e o ácido graxo essencial (16,1%. Conclusão: Os resultados apontam para falta de sistematização da assistência de enfermagem relacionada às feridas oncológicas neste serviço.

  13. Disfunção Temporomandibular segundo o Nível de Ansiedade em Adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Jansiski Motta

    Full Text Available RESUMOO objetivo do estudo foi determinar a prevalência de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular (DTM, segundo o nível de ansiedade de adolescentes da cidade de São Roque-SP. Foi utilizado o Índice de Fonseca para determinar a presença e o grau de severidade da DTM. Para avaliar o nível de ansiedade, foi utilizado o Inventário de Ansiedade Traço-Estado. Os participantes foram 3538 adolescentes entre 10 e 19 anos. Os resultados revelaram que 73,3% dos adolescentes apresentavam DTM e 72,7%, apresentavam ansiedade. Foram observadas associações estatisticamente significativas entre a presença de DTM e a presença de ansiedade, mas apenas com o sexo feminino, e correlação positiva, embora baixa, entre o grau de DTM e o nível de ansiedade. Conclui-se que adolescentes do sexo feminino apresentam maior chance de desenvolver DTM que os do sexo masculino, e quanto maior o nível de ansiedade do adolescente, maior a chance de desenvolver DTM.

  14. Violência vivenciada pelas adolescentes acolhidas em instituição de abrigamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Iabrudi Carinhanha

    2012-01-01

    Full Text Available Teniendo en cuenta que las adolescentes abrigadas pueden tener una opinión diferente sobre el significado de la violencia, hemos tratado de identificar y comprender la experiencia de la violencia desde su perspectiva. La investigación cualitativa realizada a través de entrevistas con once adolescentes acogidas en un albergue municipal en Río de Janeiro, Brasil. En el análisis de sus discursos se ha utilizado la análisis de contenido y lo que salió fue la violencia vivida en los lugares donde circulan las adolescentes: familia, comunidad y abrigo. La comprensión de la violencia por parte de las adolescentes es puntual y bastante concreta. Tienen dificultad para concebir la complejidad del fenómeno, refiriéndose básicamente a la violencia en las familias y comunidad, que son tangibles. Los resultados apuntan a la necesidad de mayor discusión de los procesos de vulnerabilidad/desafiliación vividos por las adolescentes, y también las raíces y las repercusiones de este proceso.

  15. Comportamento do assoalho pélvico pré e pós radioterapia em mulheres com câncer ginecológico

    OpenAIRE

    Toriy, Ariana Machado

    2014-01-01

    O câncer ginecológico compreende um conjunto de neoplasias malignas do corpo e colo uterino, ovários, endométrio, vagina e/ou vulva. No Brasil, mais de 15.000 mulheres foram acometidas em 2014 por pelo menos um tipo de câncer ginecológico. Mostra-se como um grave problema de saúde pública, uma vez que, o câncer de cólo de útero está associado ao vírus Papilomavírus Humano (HPV), comum em países em desenvolvimento. Os tratamentos para o câncer ginecológico incluem a cirurgia, quimioterapia e r...

  16. Postura crânio-cervical em mulheres disfônicas Craniocervical posture in dysphonic women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delaine Rodrigues Bigaton

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a postura e a função da região crânio-cervical em sujeitos disfônicos. MÉTODOS: Participaram do estudo 28 mulheres (31,25±8,14 anos, divididas em dois grupos: experimental (N=16 portadoras de disfonia e controle (N=12 clinicamente normais. As voluntárias foram submetidas à avaliação do Índice de Disfunção Crânio-Cervical (IDCC e fotogrametria, sendo determinado o ângulo anterior formado entre a sétima vértebra cervical e o tragus, o qual corresponde à posição da cabeça no plano sagital. A análise das fotos foi realizada por três examinadores, duas vezes cada um, com intervalo de uma semana entre elas. A análise dos dados constou do teste de Shapiro-Wilk, seguido do teste t de Student, (pPurpose: To analyze the posture and the function of the craniocervical region in women with dysphonia. METHODS: Twenty eight women participated in the study (31.25±8.14 years, divided into two groups: experimental (N=16, patients with dyphonia and control (N=12, clinically normal. The volunteers were submitted to evaluation of the Craniocervical Dysfunction Index (CDI and photogrammetry, determining the anterior angle formed between the seventh cervical vertebra and the tragus, which corresponds to the head position in the sagittal plane. The analysis of the photos was carried out by three examiners, twice each, with an interval of one week between them. Data analysis used the Shapiro-Wilk test, followed by the Student's t-test, (p<0,05. RESULTS: No difference was found between the mean values of the anterior angle of the control (50.92±5.18 degrees and the experimental (49.63±5.46 degrees groups in the photogrammetry (p=0.2565. The CDI showed that the experimental group had craniocervical dysfunction, which was mild in 37.5% of the cases, moderate, in 37.5%, and severe in 25%. In the control group, 100% of the volunteers had presented mild craniocervical dysfunction. CONCLUSION: There was no difference between the

  17. JOVENS MULHERES DO ÂMBITO RURAL: GÊNERO, PROJETOS DE VIDA E TERRITÓRIO EM FOTOCOMPOSIÇÕES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Pizzinato

    Full Text Available RESUMO Este artigo analisa interfaces de gênero e território como marcadores identitários presentes nas falas e produções de imagens sobre projetos de vida de jovens mulheres de zonas rurais. O processo de pesquisa contemplou narrativas de caráter autobiográfico e fotocomposições realizadas pelas participantes, em que se buscou integrar aspectos de suas trajetórias acadêmicas, projetos vitais e profissionais, escolhas de vida e demandas culturais e comunitárias que influenciam no processo de construção de seus itinerários vitais. A aproximação a este grupo, comumente à margem da produção do saber em Psicologia, permitiu compreender como tais marcadores despontam de maneira dialógica em suas narrativas, questionando as formas de manifestação relacionadas aos antagonismos normativos entre o urbano/rural, o presente/passado, e das atribuições sociais ao ser mulher/homem.

  18. Alimentação, risco cardiovascular e nível de atividade física em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina De Lima Sumini

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar os valores de consumo alimentar para risco cardiovascular, a prevalência de sobrepeso e obesidade, e o nível de atividade física em adolescentes de um colégio estadual na cidade de Curitiba-PR. Métodos: Estudo descritivo transversal com análise quantitativa dos dados, realizada com adolescentes do ensino fundamental, com idade entre 11 a 15 anos. Os dados foram coletados por meio da avaliação de IMC, questionário nível de atividade física (IPAQ e de alimentos relacionados ao risco cardiovascular. Resultados: Avaliou-se 24 adolescentes, com média de idade de 12,75 (±1,70. Em relação ao IMC dos adolescentes, apenas 12,5 % (n=3 apresentaram sobrepeso. Quanto ao nível de atividade física, 41,66% (n=10 foram classificados como irregularmente ativos e 20,83% (n=5 como sedentários. Relativo aos alimentos consumidos ligados ao risco de doenças cardiovasculares, 75% (n=18 apresenta consumo excessivo destes alimentos. Conclusão: Portanto, programas para intensificar ações para promoção de hábitos alimentares saudáveis e prática de atividade física são fundamentais. ABSTRACT Food, cardiovascular risk and level of physical activity in teenagers Objective: To determine the values of food consumption for cardiovascular risk, the prevalence of overweight and obesity, and the level of physical activity in adolescents from a state school in the city of Curitiba-PR. Methods: Cross-sectional study with quantitative data analysis, carried out with adolescents of elementary school, aged 11 to 15 years. Data were collected through the evaluation of BMI, physical activity questionnaire (IPAQ and food-related cardiovascular risk. Results: We evaluated 24 adolescents with a mean age of 12.75 (± 1.70. Regarding BMI of adolescents, only 12.5% (n = 3 were overweight. The level of physical activity, 41.66% (n = 10 were classified as irregularly active and 20.83% (n = 5 as sedentary. Relating to food consumed linked to the

  19. Mulheres em uma aula de hidroginástica: experenciando o interrelacionamento grupal - doi:10.5020/18061230.2004.p8

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Maria Carneiro Rolim

    2012-01-01

    Full Text Available Este trabalho reporta a experiência vivenciada por enfermeiras com o uso da dinâmica grupal em um grupo de mulheres com idade entre 60 e 80 anos que freqüentavam aulas de hidroginástica, tendo como objetivo promover uma reflexão sobre o autocuidado em saúde, favorecendo a vivência de práticas de educação em saúde e o desenvolvimento de habilidades. O cenário escolhido para a experiência foi um parque olímpico do pólo esportivo de uma escola da rede particular de ensino, localizada em Fortaleza-Ce, desenvolvida nos meses de maio e junho de 2002. O processo metodológico foi desenvolvido através de oficinas educativas, que contemplaram o cuidado intrapessoal, interpessoal, sócio-civilizatório, ecológico e vivências grupais. Para as mulheres idosas, a experiência trouxe empoderamento, pois contribuiu para participação, com liberdade de expressão. As autoras concluíram que trabalhar com grupos oportuniza aos enfermeiros a compreensão do sentir, pensar e agir de modo diferente, usando o conhecimento técnico-científico, envolvendo as relações humanas em busca de uma nova proposta de ação educadora em uma enfermagem reflexiva determinando ações transformadoras na sociedade.

  20. Injúrias vasculares relacionadas à infusão periférica de quimioterapia em mulheres com câncer de mama : estudo longitudinal

    OpenAIRE

    Custódio, Carolina de Souza

    2017-01-01

    O tratamento antineoplásico administrado por via endovenosa periférica exige a existência de um acesso venoso adequado e seguro para infusão, que garanta a continuidade do tratamento. Para isso é necessária a inspeção detalhada do acesso venoso periférico do paciente, avaliando possíveis riscos de ocorrência de flebites, extravasamentos, infiltrações, que provocam ansiedade e sofrimento nas pacientes. Em mulheres submetidas à mastectomia total ou modificada, e que tenham sofrido retirada de g...

  1. Fisioterapia : influência na qualidade de vida da mulher com cancro da mama : contributo para a qualidade do serviço em oncologia

    OpenAIRE

    Duarte, Nuno Miguel de Faria Bento

    2016-01-01

    RESUMO - O cancro da mama é uma preocupação da saúde pública a nível mundial, pela sua incidência, mortalidade e custos económicos associados. As terapias utilizadas no seu tratamento, embora eficazes, conduzem a alterações de todas as dimensões da Qualidade de Vida (QdV) da mulher com cancro da mama. A garantia de uma qualidade de serviço prestado deve ser uma prioridade das organizações de saúde, sendo a QdV uma medida de resultado. Partindo do pressuposto que em Portugal existe uma diferen...

  2. Higiene e cuidados com a genitália em mulheres com vulvovaginites = : Hygiene and genital care of women with vulvovaginitis

    OpenAIRE

    Marcela Grigol Bardin

    2014-01-01

    Resumo: INTRODUÇÃO: A vaginose bacteriana (VB) e a candidíase vaginal (CV) são as vulvovaginites (VV) mais frequentemente encontradas em mulheres durante o ciclo reprodutivo. Embora os tratamentos dessas VV estejam esclarecidos, a prevenção ainda é pouco estudada. Os hábitos de higiene e cuidados diários com a genitália feminina são fatores que podem influenciar o ecossistema vulvovaginal, facilitando a instalação dessas VV. OBJETIVO: Verificar os hábitos de lavagem, uso de absorventes higiên...

  3. Avaliação do posicionamento da aorta em pacientes com escoliose idiopática do adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Augusto Foizer

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o posicionamento da aorta em pacientes com escoliose. MÉTODOS: Foram realizados exames de imagem em pacientes ambulatoriais com escoliose idiopática do adolescente e em um grupo formado por pacientes hígidos, sendo analisados seis parâmetros: comprimento do corpo vertebral, largura, distância aorta-corpo, diâmetro da aorta, distância aorta-canal e ângulo corpo-aorta. RESULTADOS: As curvas variaram entre T3 e L2 com ângulos de Cobb de 46° e 114°. Pela classificação de Lenke os tipos 1AN e 1BN ocorreram em 20% dos casos, além de 1CN, 3BN, 3C+ com 13,3 % e 1B+, 3C- com 6,7 %. As vértebras próximas ao ápice da curva no grupo escoliose apresentam valores superiores às do grupo controle (em T8 com média de 86,93° no grupo escoliose e média 49,07 no grupo controle (p < 0,0001. CONCLUSÃO: Quanto mais próximo do ápice da deformidade, maior a póstero-lateralização da aorta.

  4. AVALIAÇÃO DO SOFRIMENTO PSÍQUICO: TRANSTORNO PSIQUIÁTRICO MENOR EM ADOLESCENTES DA LOCALIDADE DE URURAÍ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Sabra Baião Sá

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo se configura como Avaliação do Sofrimento Psíquico: Transtorno Psiquiátrico Menor em Adolescentes da Localidade de Ururaí, que faz parte do trabalho de conclusão do curso de psicologia do ISECENSA. O referido estudo provém de uma pesquisa mais ampla na comunidade da Ilha, localizada em Ururaí, Distrito de Campos de Goytacazes, e objetivou-se avaliar o sofrimento psíquico (transtorno psiquiátrico menor - TPM de adolescentes desta comunidade a partir da escala SRQ-20, bem como identificar alguns aspectos individuais, sociais e familiares vinculados ao desenvolvimento deste sofrimento. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, com a participação de 22 adolescentes de ambos os sexos.O TPM, costuma se relacionar aos eventos de vida estressantes, sendo uma sensação de mal-estar inespecífico que pode se transformar em doença em função de sua intensidade e cronicidade. Com os resultados obtidos pode-se confirmar a relevância deste tema de estudo, tanto para os profissionais de psicologia e a comunidade científica, quanto para a sociedade de forma geral, sendo este mais uma contribuição que envolve o ser humano de forma sistêmica. Estes jovens merecem uma atenção especial, uma vez que, obteve-se um alto índice na escala de sofrimento psíquico e diversos relatos de sofrimento na análise qualitativa, envolvendo problemas com a enchente, violência, preconceito, conflitos na família, alcoolismo e bullying. Observou-se que a maioria não estão satisfeitos com a sua própria vida e que experiências familiares permeadas de relações conflituosas, promovem barreiras na construção de relações saudáveis além de diversos tipos de sofrimentos. Também relataram sofrer com a negligência do poder público e falta de redes que os apóiem na própria comunidade. Desta forma pode-se afirmar que esses fatores são indissociáveis de sua formação subjetiva, bem como o seu bem-estar-social.

  5. Qualidade de vida em adolescentes: um estudo no terceiro ciclo do ensino básico

    OpenAIRE

    Costa, Marília Coelho Ribeiro

    2012-01-01

    [ES] El objetivo de nuestro estudio es conocer la percepción de la calidad de vida de los adolescentes del 3er Ciclo de las Escuelas Básicas integradas en la DREN (Dirección Regional Educación do Norte) ¿ Portugal El presente resumen contiene los resultados obtenidos del estudio de la traducción, adaptación y validación al portugués del cuestionario, CCVA - Cuestionario de Evaluación de la Calidad de Vida de Alumnos Adolescentes, Gómez-Vela y Verdugo (2002, 2004). Esta muestra incluye 9...

  6. Percepções de familiares de adolescentes sobre oficinas terapêuticas em um centro de atenção psicossocial infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Aparecida Noronha

    Full Text Available RESUMO Objetivo Conhecer as percepções de familiares de adolescentes sobre oficinas terapêuticas em um Centro de Atenção Psicossocial Infantil. Métodos Pesquisa qualitativa, descritiva, desenvolvida em 2013, em Santa Catarina, com 18 familiares de adolescentes em acompanhamento no CAPSi. As entrevistas realizadas foram interpretadas a partir da análise de conteúdo. Resultados Identificaram-se duas categorias: o desconhecimento sobre as oficinas terapêuticas e o reconhecimento da ação terapêutica das oficinas. Nove familiares desconheciam as atividades realizadas nas oficinas, enquanto os outros nove referiram as conhecerem. Destacaram-se aspectos terapêuticos, como a melhora da autoestima dos adolescentes, dos comportamentos e da convivência. Todavia, alguns familiares não perceberam mudanças. Conclusões As oficinas terapêuticas oportunizam espaço de convivência, educação em saúde e suporte social, psicológico e pedagógico. Ressalta-se a importância da inclusão dos familiares no serviço para o cuidado efetivo. Este estudo pode contribuir para a reflexão sobre as práticas das oficinas terapêuticas na Enfermagem, em serviços de saúde mental.

  7. Relação entre variabilidade da frequência cardíaca e indicadores de obesidade central e geral em adolescentes obesos normotensos

    OpenAIRE

    Farah, Breno Quintella; Prado, Wagner Luiz do [UNIFESP; Tenório,Thiago Ricardo dos Santos; Ritti-Dias, Raphael Mendes

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar a relação entre os parâmetros da variabilidade da frequência cardíaca e os indicadores de obesidade central e geral em adolescentes obesos normotensos. MÉTODOS: Participaram deste estudo 74 adolescentes obesos normotensos, com idade entre 13 e 18 anos. Os indicadores de obesidade central e geral analisados foram a circunferência da cintura e o índice de massa corporal, respectivamente. A variabilidade da frequência cardíaca foi obtida por meio de monitor de frequência cardí...

  8. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de diferentes condições socioeconômicas

    OpenAIRE

    Silva,Giselia Alves Pontes da; Balaban,Geni; Motta,Maria Eugênia F. de A.

    2005-01-01

    OBJETIVOS: comparar as prevalências de sobrepeso e obesidade em um grupo de pré-escolares, escolares e adolescentes de diferentes condições socioeconômicas na cidade do Recife. MÉTODOS: estudo do tipo transversal envolvendo uma amostra de 1616 crianças e adolescentes, escolhida por conveniência. Os indicadores nutricionais foram definidos conforme as recomendações do National Center of Health Statistics 2000, sendo considerado sobrepeso o índice de massa corporal igual ou superior ao percenti...

  9. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes da Região Autónoma da Madeira, Portugal

    OpenAIRE

    Gouveia, Élvio; Freitas, Duarte; Maia, José; Beunen, Gaston; Claessens, Albrecht; Marques, António; Thomis, Martine; Almeida, Sara; Lefevre, Johan

    2014-01-01

    O objectivo foi estimar a prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes da Região Autónoma da Madeira, Portugal. Um procedimento estratificado proporcional foi usado para obter uma amostra representativa de crianças e adolescentes madeirenses dos 7 aos 18 anos. No total, 2503 sujeitos, 1266 rapazes e 1237 raparigas, participaram no estudo. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal e de acordo com os pontos de corte propostos pel...

  10. Relação entre inteligência, habilidades sociais e sintomas depressivos em adolescentes do Ensino Médio

    OpenAIRE

    Prata, Mary Anne Rodrigues; Universidade Salgado de Oliveira e Universidade Federal do Amazonas; Soares, Adriana Benevides; Universidade Salgado de Oliveira e Universidade do Estado do Rio de Janeiro

    2015-01-01

    Este estudo objetivou investigar a correlação entre habilidades sociais, inteligência e sintomas depressivos em adolescentes finalistas do Ensino Médio. Participaram da pesquisa 289 estudantes, 163 meninas e 126 rapazes, com média de 17,5 anos de idade, de colégios públicos e privados. Os instrumentos utilizados foram a Prova de Raciocínio Abstrato (RA); Inventário de Habilidades Sociais para Adolescentes (IHSA-Del-Prette) e o Inventário de Depressão de Beck (BDI). Nos resultados, observou-se...

  11. Prevalência de sobrepeso e de obesidade em crianças e adolescentes na Região Autónoma da Madeira, Portugal

    OpenAIRE

    Gouveia, Élvio Rúbio Quintal; Freitas, Duarte Luís de; Maia, José António Ribeiro; Beunen, Gaston Prudence; Claessens, Albrecht Leo; Marques, António; Thomis, Martine Ann; Almeida, Sara Micaela Correia de; Lefevre, Johan Aimé

    2009-01-01

    O objectivo foi estimar a prevalência de sobrepeso e obesi dade em crianças e adolescentes da Região Autónoma da Madeira, Portugal. Um procedimento estratificado proporcional foi usado para obter uma amostra representativa de crianças e adolescentes madeirenses dos 7 aos 18 anos. No total, 2503 sujeitos, 1266 rapazes e 1237 raparigas, participaram no estudo. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal e de acordo com os pontos de corte propostos pe...

  12. Programa para registro de recordatório alimentar de 24 horas: aplicação no Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes

    OpenAIRE

    Barufaldi, Laura Augusta; Abreu, Gabriela de Azevedo; Veiga, Gloria Valeria da; Sichieri, Rosely; Kuschnir, Maria Cristina Caetano; Cunha, Diana Barbosa; Pereira, Rosângela Alves; Bloch, Katia Vergetti

    2016-01-01

    RESUMO: Introdução: O Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA) é um estudo multicêntrico nacional cujo objetivo é traçar o perfil de risco cardiovascular, incluindo obesidade, alterações do metabolismo lipídico, glicídico e da pressão arterial de cerca de 75 mil adolescentes brasileiros. Objetivo: Descrever o instrumento desenvolvido para coleta de dados de recordatório alimentar de 24 horas (REC24h) no ERICA e relatar os resultados obtidos no estudo piloto. Métodos: Pa...

  13. Percepções de adolescentes grávidas em relação a seus familiares e parceiros

    OpenAIRE

    Witter, Geraldina Porto; Guimarães, Edna Araújo

    2008-01-01

    Este trabalho objetivou verificar a percepção de adolescentes grávidas sobre familiares e companheiros. Participaram 22 adolescentes grávidas entre 14 e 16 anos. Um questionário específico foi aplicado às participantes. Os resultados mostram que poucas conversavam sobre sexo e gravidez em casa, e a maioria disse que aprendeu no lar algumas informações, mas 40% consideram que nada aprenderam. Houve a tendência de as mães das gestantes serem informadas sobre a gravidez pelas próprias filhas. A ...

  14. Violência vivenciada pelas adolescentes em situação de rua na ótica dos profissionais cuidadores do abrigo

    OpenAIRE

    Lucia Helena Garcia Penna; Joana Iabrudi Carinhanha; Raquel Fonseca Rodrigues

    2010-01-01

    Diante da relevância e particularidade da violência na restrição ao exercício da cidadania das adolescentes em situação de ruae na vulnerabilização à sua saúde, o objetivo do estudo foi compreender a problemática da violência vivida pelas mesmas naótica dos profissionais cuidadores de abrigo. Trata-se de pesquisa qualitativa do tipo descritivo, cujos dados foram produzidosatravés de entrevistas junto aos profissionais cuidadores de um abrigo para adolescentes da rede municipal do Rio de Jane...

  15. Circunferência da cintura e relação cintura/estatura: úteis para identificar risco metabólico em adolescentes do sexo feminino?

    OpenAIRE

    Patrícia Feliciano Pereira; Serrano,Hiara Miguel S; Gisele Queiroz Carvalho; Joel Alves Lamounier; Peluzio, Maria do Carmo G.; Franceschini,Sylvia do Carmo C.; Silvia Eloiza Priore

    2011-01-01

    OBJETIVO: Avaliar se a medida da circunferência da cintura e a relação cintura/estatura (RCE) são preditoras de fatores de risco cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino. MÉTODOS: Avaliaram-se 113 adolescentes de 14 a 19 anos quanto à antropometria (peso, estatura e circunferência da cintura), parâmetros bioquímicos e clínicos (colesterol total, LDL-C, HDL-C, triglicerídeos, glicemia de jejum, insulina, homeostasis model assessment to assess insulin resistance - HOMA-IR, leptina, hom...

  16. Tratamento de macroprolactinoma com cabergolina em adolescente An adolescent patient with prolactinoma treated with cabergoline

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Warszawski

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar um caso de macroprolactinoma diagnosticado em adolescente e tratado com cabergolina. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 15 anos, iniciou quadro clínico aos dez anos, com cefaleia, obesidade e não havia apresentado menarca ao diagnóstico. A dosagem sérica inicial de prolactina foi de 2492ng/mL (valor de referência: 19-25ng/mL. A ressonância nuclear magnética de crânio evidenciou formação expansiva selar e suprasselar compatível com macroadenoma hipofisário sem compressão do quiasma óptico. Seis meses após o início do tratamento com cabergolina, houve queda significativa dos níveis séricos de prolactina para 87,7ng/mL, com redução de 76% no tamanho da lesão e melhora sintomática. COMENTÁRIOS: A ocorrência dos prolactinomas é rara na infância e na adolescência, mas o seu comportamento pode ser mais agressivo. O diagnóstico precoce e o manejo adequado do caso são importantes para um bom prognóstico.OBJECTIVE: To report a teenager with macroprolactinoma treated with cabergoline. CASE DESCRIPTION: A 15-year old female adolescent reported the onset of headaches and obesity since ten years old. At diagnosis amenorrhea was not present. The serum level of prolactin was initially 2492ng/mL (reference values: 19-25ng/mL. Magnetic resonance images of the skull revealed an expansive sellar and suprasellar pituitary macroadenoma without optical chiasmal compression. Six months after starting treatment with cabergoline, there was a significant decrease of prolactin levels to 87.7 ng/mL, with a 76% reduction in the lesion size and she reported improvement of the symptoms. COMMENTS: In childhood and adolescence, prolactinomas are rare, but when they occur the clinical course is more aggressive. Early diagnosis and proper management of the disease are important for a good prognosis.

  17. Violência contra a mulher: análise de casos atendidos em serviço de atenção à mulher em município do Sul do Brasil Violence against women: analysis of cases attended in a women care centre in a municipality in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Ferreira Galvão

    2004-08-01

    Full Text Available Este artigo, de caráter descritivo, tem como objetivo apresentar o perfil de mulheres atendidas em um centro de atendimento à mulher em Londrina, Paraná, e caracterizar os casos quanto aos tipos de violência sofrida, queixa principal, ambiente em que ocorreu a violência e tipo de vínculo do agressor com a mulher. Utilizando-se o Programa Epi Info 6.04 montou-se um banco de dados com as informações extraídas das fichas das mulheres atendidas pelo Serviço, no ano de 2001. Do total de 470 fichas analisadas, verificou-se que a média de idade das mulheres é de 34 anos. A maioria, 47,2%, declarou-se casada e 54% possuem um ou dois filhos. Declararam-se chefes de família 38,7% das mulheres. A violência emocional prevaleceu, representando 56,4% dos casos, seguida pela violência física (32,1%. Os principais agressores são os atuais maridos ou companheiros das mulheres (73,4% e o lar é o espaço onde a maioria das agressões ocorre. Considerando-se a complexidade do problema, que está associado à questão da construção social dos papéis masculinos e femininos e da desigualdade existente nas relações entre os gêneros, conclui-se que os serviços de atendimento às mulheres em situação de violência são de fundamental importância e que estes devem estar articulados com os serviços de saúde no desenvolvimento de ações preventivas e na perspectiva da atenção integral à mulher.The objective of this descriptive study is to present the profile of women who were assisted at a women's care center in Londrina, Paraná State, Brazil, and to characterize the cases in relation to types of violence, main complain, environment where the violence occurred and the woman-perpetrator relationship. Information extracted from the records of women assisted in 2001 was processed using the Epi Info software, version 6.04. Of a total of 470 records analyzed, the mean age of the women was 34. The majority (47.2% reported to be married, 54% had

  18. Capacidade de produção de força de preensão isométrica máxima em mulheres com artrite reumatoide: um estudo piloto

    OpenAIRE

    Iop, Rodrigo da Rosa; Shiratori, Ana Paula; Ferreira, Luciana; Borges Júnior, Noé Gomes; Domenech, Susana Cristina; Gevaerd, Monique da Silva

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo foi verificar a capacidade de produção de força de preensão manual máxima (FPMmax) em mulheres com artrite reumatoide (AR) e sua relação com a atividade da doença. Foram selecionadas nove mulheres com AR e dez mulheres saudáveis. Foram registrados dados demográficos de ambos os grupos, além de características clínicas das mulheres com AR. A determinação do nível da atividade da doença foi conduzida pelo protocolo Disease Activity Score (DAS-28) por meio da Proteína C-R...

  19. Autoeficácia e atividade física em adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Adriane de Souza

    2013-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de analisar a associação entre atividade física e autoeficácia em adolescentes. Realizou-se um estudo inquérito de base escolar com 1.698 adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil. A atividade física foi avaliada segundo frequência semanal (dias/semana de prática de atividade física de intensidade moderada ou vigorosa. A autoeficácia foi analisada segundo a soma de uma escala composta por dez itens. A associação entre autoeficácia e atividade física foi testada pela regressão de Poisson (p < 0,05, estratificada por sexo. Entre os meninos, apenas elevada autoeficácia foi associada com todas as categorias de atividade física (p < 0,001, enquanto para as meninas níveis moderados e elevados de autoeficácia foram associados com todas as categorias de atividade física (p < 0,001. Conclui-se que a autoeficácia tem associação positiva com atividade física entre adolescentes, no entanto esta relação é mais consistente entre as meninas. Este é um aspecto importante para o delineamento de intervenções para a promoção de atividade física nesse grupo populacional.

  20. Características reprodutivas de mulheres de 15 a 49 anos: estudos comparativos e planejamento de ações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Maria Teresa A.

    1999-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A disponibilidade de dados sobre o perfil socioeconômico, demográfico e reprodutivo das mulheres tanto em nível nacional, regional e municipal permite comparações entre regiões além de oferecer subsídios para o planejamento de ações do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base-populacional com uma amostra de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residindo na zona urbana da cidade de Pelotas, RS. As informações socioeconômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas através de um questionário estruturado. A análise foi realizada através da comparação estatística de médias e proporções. Na análise da esterilização os dados foram controlados para a idade. RESULTADOS: Cerca de 56% das mulheres eram casadas/em união e 35% solteiras. Um terço das mulheres eram donas-de-casa e 50% tinham trabalho remunerado. Cerca da metade das adolescentes tinham vida sexual ativa, e dessas, 33% já tinham estado grávidas. Observou-se elevado percentual de gravidez indesejada principalmente entre as jovens. O número médio de filhos entre as mulheres de 45 a 49 anos - final da vida reprodutiva - foi de 2,4. Os métodos contraceptivos mais prevalentes foram a pílula e a esterilização. Entre as mulheres casadas/em união, 15% estavam esterilizadas. Cerca de 25% das mulheres acima de 35 anos haviam feito ligadura tubária. Entre as mulheres esterilizadas, 29,6% tinham tido perda fetal e 18,3% haviam tido pelo menos um filho prematuro. Entre o total de maridos/companheiros, 20% não aceitavam o uso de pelo menos um método contraceptivo. CONCLUSÕES: Os resultados confirmam a necessidade de uma maior atenção e desenvolvimento de programas especiais para adolescentes, de melhorias no acesso aos serviços, de expansão do uso das opções anticoncepcionais disponíveis e de ações programáticas e pesquisas sobre o tema "homem/saúde reprodutiva".

  1. Enfoque humanístico à comunicação em enfermagem: o caso de uma adolescente hospitalizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Amélia Costa Mendes

    2000-03-01

    Full Text Available A enfermagem é uma profissão que milita pela promoção do ser humano, com toda sua liberdade, unicidade e dignidade. Neste sentido, a comunicação reveste-se de um significado essencial tanto no transcorrer do processo de enfermagem, quanto no seu produto, constituindo-se também como um componente fundamental do tratamento. Entretanto, no contexto hospitalar brasileiro, a comunicação do enfermeiro com o paciente tem sido limitada ao cumprimento de seu papel instrumental. A proposta deste estudo é analisar o caso de uma adolescente hospitalizada, enfocando sua comunicação com os enfermeiros que lhes dispensaram cuidados. Esta análise alicerçou-se no paradigma categorial de Bales. Através da técnica de observação direta do comportamento resultante da interação entre os enfermeiros e a adolescente estudada, durante trinta horas distribuídas em cinco dias, foram computadas 428 unidades de interação, as quais foram classificadas em áreas sócio-emocional positiva, negativa e neutra por juizes habilitados para esta atividade. Dado o alto índice de interações na área neutra (89,3%, as autoras recomendam uma correção humanística na comunicação durante o processo de enfermagem, o que poderá contribuir para qualificar o cuidado e redundar em satisfação no trabalho através do exercício da empatia e da solidariedade.

  2. Effect of adjuvant antineoplastic treatment on body weight change in women with breast cancer = Efeito do tratamento antineoplásico adjuvante na mudança de peso corporal em mulheres com câncer de mama

    OpenAIRE

    De Ambrosi, C.

    2012-01-01

    Objetivos: Identificar o efeito do tratamento antineoplásico adjuvante sobre a mudança de peso corporal em mulheres com câncer de mama Métodos: Um estudo clínico não randomizado incluiu mulheres com diagnóstico cirúrgico recente de câncer de mama, admitidas no hospital Maternidade Carmela Dutra em Florianópolis, Santa Catarina, entre outubro de 2006 e julho de 2008. Os dados de consumo alimentar, peso corporal, índice de massa corporal, circunferência do quadril, circunferência da cintura ...

  3. Efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia: uma revisão de literatura = Effects of manual therapy on pain in women with fibromyalgia: a literature review

    OpenAIRE

    Ziani, Marciele Monzon; Bueno, Elaine Alegre; Kipper, Lenise Romero; Vendrusculo, Fernanda Maria; Winck, Aline Dill; Heinzmann Filho, João Paulo

    2017-01-01

    Objetivo: Avaliar, através de uma revisão de literatura, os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia (FM). Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, PEDro e Scielo, selecionando ensaios clínicos ou estudos quase experimental, nos idiomas português, inglês e espanhol, que objetivassem avaliar os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com FM. As palavras-chave e os operadores boleanos utilizados fo...

  4. Efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis: ensaio clínico randomizado = Effect of treadmill walking on ankle proprioceptive acuity in healthy young women: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Briani, Ronaldo Valdir

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar o efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo de mulheres jovens saudáveis. Métodos: Para este ensaio clínico randomizado foram selecionadas 20 mulheres entre 18 e 30 anos com um nível baixo de atividade física segundo a classificação IPAQ (Questionário Internacional de Nível de Atividade Física. As participantes foram divididas em dois grupos de 10 componentes, o Grupo Exercício, que realizou 10 sessões de caminhada em esteira, e o Grupo Controle, que não foi submetido a nenhuma intervenção. A acuidade proprioceptiva do tornozelo foi avaliada pré e pós-intervenção por meio do Star Excursion Balance Test. Após ser confirmada a normalidade dos dados, foi utilizada a análise de variância com delineamento misto para comparação entre os grupos e entre as avaliações pré e pós-intervenção. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas na execução do Star Excursion Balance Test comparando as avaliações pré e pós-intervanção em ambos os grupos. Também não foram encontradas diferenças entre os dois grupos comparando as variações percentuais entre as duas avaliações. Conclusões: Nas condições testadas, um programa de 10 sessões de caminhada em esteira não foi capaz de promover adaptações na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis

  5. O que os adolescentes brasileiros e portugueses pensam quando pensam em comprar?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Lincoln Bezerra Lins

    Full Text Available RESUMO O consumo e a aquisição de bens materiais desempenham um papel determinante na vida das pessoas e a exposição aos produtos através da mídia influencia principalmente o público adolescente. No intuito de identificar as representações sociais do ato de comprar dessa faixa etária, pedimos a 482 adolescentes brasileiros e a 238 adolescentes portugueses para se expressarem sobre a palavra "comprar" através de uma tarefa de associação de palavras. As respostas recolhidas foram analisadas por meio do programa de análise textual Alceste que extraiu seis classes relacionadas a produtos típicos do público adolescente, aos aspectos da compra (emocional e cognitivo e ao ambiente de compra. Verificou-se um efeito do sexo de pertença e do contexto socioeconómico sobre as representações formadas.

  6. Avaliação da qualidade de vida de adolescentes em situação de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirely Eunice Sobral

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Métodos: Estudo exploratório quantitativo, realizado de novembro de 2014 a fevereiro de 2015, em Recife, Pernambuco, com 86 adolescentes de ambos os sexos. Utilizou-se o questionário Kidscreen-52, que avalia e mensura a saúde subjetiva relacionada à qualidade de vida (QV, através de dez dimensões: “Saúde e atividade física”; “Sentimentos”; “Estado de humor global”; “Autopercepção”; “Autonomia/Tempo livre”; “Família e ambiente familiar”; “Questões econômicas”; “Amigos”; “Ambiente escolar e aprendizagem”; e Provocação/Bullying – todas analisadas com teste “t”, sendo p<0,05. Resultados: As dimensões “Sentimentos” (ẋ=86,01 e “Provocação/Bullying” (ẋ=85,59 apresentaram melhor percepção; já os domínios “Aspectos financeiros” (ẋ=66,43 e “Autopercepção” (ẋ=72,62 apresentaram pior percepção. Quando comparado os domínios por sexo, houve diferença significativa nas dimensões “Saúde e atividade física” (p=0,0051, “Sentimentos” (p=0,0342, “Estado de humor global” (p=0,0226, “Autonomia e tempo livre” (p=0,0287, “Família e ambiente familiar” (p=0,0077 e “Amigos e apoio social” (p=0,0058, apontando melhor percepção para o sexo masculino. Conclusão: Os adolescentes pesquisados possuem boa percepção da qualidade de vida (QV, porém, o sexo masculino apresentou melhor percepção em todos os domínios, e isso interfere diretamente na sua QV.

  7. Qualidade de vida e depressão em mulheres vítimas de seus parceiros Quality of life and depression in women abused by their partners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Gurgel Adeodato

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e depressão nas mulheres vítimas da violência doméstica; estabelecer o perfil socioeconômico da mulher agredida pelo parceiro e as particularidades das agressões sofridas. MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 100 mulheres que sofreram agressão de seus parceiros e que prestaram queixa na Delegacia da Mulher do Ceará. Foram aplicados três questionários: o primeiro visa a obter dados demográficos e sobre a violência sofrida; o segundo (GHQ-28, sobre a qualidade de vida em geral; e o terceiro (Beck, quantifica o grau de depressão. RESULTADOS: O perfil da mulher agredida é: jovem, casada, católica, tem filhos, pouco tempo de estudo e baixa renda familiar. Álcool e ciúme foram os fatores mais referidos como desencadeantes das agressões, tendo 84% das mulheres sofrido agressão física. Foi observado que 72% delas apresentaram quadro sugestivo de depressão clínica; 78% tinham sintomas de ansiedade e insônia; 39% já pensaram em suicídio e 24% passaram a fazer uso de ansiolíticos após o início das agressões. CONCLUSÕES: A análise dos dados sugere que a violência doméstica está associada a uma percepção negativa da saúde mental da mulher.OBJECTIVE: To evaluate quality of life and depression among women who suffer domestic violence and to describe the socioeconomic profile of women who were abused by their partners and aspects of these abuses. METHODS: The study sample comprised 100 women who were abused by their partners and filed a complaint at the Police Office for Women of the state of Ceará, Brazil. Three questionnaires were applied: one for collecting demographic and violence data; the second one (GHQ-28 one to evaluate general quality of life; and the third one (Beck to quantify depression. RESULTS: Abused women are young, married, Catholic, have children, low schooling and low family income. Alcohol use and jealousy were the main reported factors leading to partner's abuse

  8. Processos educativos e memórias de mulheres em processo de envelhecimento que vivem em um abrigo e participam de uma tertúlia musical dialógica

    OpenAIRE

    Sara Regina Moreira da Silva

    2008-01-01

    A presente investigação tem como objetivos descrever os processos de envelhecimento em sociedade capitalista e a necessidade de humanização das relações nesse processo; analisar os processos educativos e memórias a partir de vivências musicais que possibilitem a audição musical de clássicos e a interação com a música e entre as pessoas; avaliar o impacto, os limites e as possibilidades de uma atividade musical dialógica no contexto de um abrigo para mulheres em processo de envelhecimento, ten...

  9. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  10. Fatores associados a não adesão ao Papanicolau entre mulheres atendidas pela Estratégia Saúde da Família em Feira de Santana, Bahia, 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magna Santos Andrade

    Full Text Available OBJETIVO:analisar fatores associados a não adesão ao Papanicolau em mulheres de 25 a 59 anos de idade atendidas pela Estratégia Saúde da Família em Feira de Santana, Bahia, Brasil, em 2010.MÉTODOS:foi realizado estudo transversal; a amostragem foi aleatória, por conglomerados, com 230 mulheres entrevistadas; foi desenvolvida análise descritiva por estrato de interesse, estimada prevalência de não adesão e as razões de prevalência.RESULTADOS:12,6% das mulheres entrevistadas não realizaram o Papanicolau nos últimos três anos ou nunca fizeram o exame; a não adesão ao Papanicolau foi significativamente superior entre mulheres que nunca frequentaram escola, com quatro ou mais filhos, história de quatro ou mais partos, que não usavam método contraceptivo e tinham conhecimento inadequado sobre o exame.CONCLUSÃO:houve elevada cobertura de realização do Papanicolau; entretanto, mulheres com fatores de risco para o desenvolvimento da neoplasia cérvico-uterina, como pouca escolaridade e multiparidade, apresentaram cobertura abaixo do esperado.

  11. Construindo pontes: a prática da interdisciplinaridade. Estudo PopTrans: um estudo com travestis e mulheres transexuais em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Dourado

    Full Text Available Resumo: Pessoas trans, incluindo travestis, mulheres transexuais, apresentam taxas desproporcionalmente elevadas de HIV/AIDS em comparação com o restante da população. Entretanto, são poucos os estudos quantitativos/qualitativos com pessoas trans no Brasil. Assim, uma equipe de pesquisadores de diferentes áreas desenvolve um projeto de pesquisa interdisciplinar com o objetivo de conhecer as condições e os modos de vida, e ao mesmo tempo investigar fatores determinantes da infecção pelo HIV, sífilis e hepatites B e C entre travestis e mulheres transexuais. Neste artigo, pretende-se descrever a experiência de implantação e desenvolvimento do estudo com uma abordagem etnoepidemiológica em Salvador, Bahia, Brasil. O mapeamento da população começou com uma pesquisa formativa que foi crucial para orientar o inquérito epidemiológico. A produção de dados etnoepidemiológicos é um desafio cotidiano para os pesquisadores, produzindo uma série de reflexões sobre os limites de nossos conceitos e categorias para traduzir a diversidade de práticas e experiências das participantes da pesquisa.

  12. Náuseas, vômitos e qualidade de vida de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais de Oliveira Gozzo

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a qualidade de vida (QV de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico e identificar a ocorrência de náuseas e vômitos durante o tratamento. Os dados foram coletados com a aplicação do instrumento da Organização Europeia de Pesquisa e Tratamento de Câncer, EORTC-QLQ-C30, na versão em português, bem como do módulo para câncer de mama BR-23, aplicados antes, no meio e ao final do tratamento. Das 79 mulheres incluídas, 93% apresentaram náuseas e 87% vômitos pelo menos uma vez durante o tratamento. A QV apresentou pequena diminuição durante o tratamento. O coeficiente alfa de Cronbach para cada aplicação dos questionários foi de 0,890492, 0,936392 e de 0,937639. A disponibilidade de informações sobre o tratamento e de orientações quanto ao manejo da náusea e do vômito é crucial para o gerenciamento adequado das toxicidades da quimioterapia.

  13. Quality of life and menopausal symptoms in women with liver transplants Qualidade de vida e sintomas da menopausa em mulheres transplantadas hepáticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Francisco Baccaro

    2013-03-01

    Full Text Available PURPOSE: To assess quality of life and climacteric symptoms in women with and without liver transplants. METHODS: This was a cross-sectional study of 52 women undergoing follow-up at a university hospital in southeastern Brazil from February 4th, 2009 to January 5th, 2011. Twenty-four of these women were 35 years old or older and had undergone liver transplantation at least one year before study entry. The remaining 28 women had no liver disease and were matched by age and menstrual patterns to the patients with transplants. The abbreviated version of the World Health Organization (WHOQOL-BREF questionnaire was used to assess quality of life. Menopausal symptoms were assessed using the Menopause Rating Scale (MRS. Statistical analysis was carried out by Student's t-test, Mann-Whitney test and analysis of variance. Correlations between MRS and the WHOQOL-BREF were established by correlation coefficients. RESULTS: The mean age of the women included in the study was 52.2 (±10.4 years and the mean time since transplantation was 6.1 (±3.3 years. Women with liver transplants had better quality of life scores in the environment domain (p=0.01. No difference was noted between the two groups in any domain of the MRS. For women in the comparison group, there was a strongly negative correlation between somatic symptoms in the MRS and the physical domain of the WHOQOL-BREF (pOBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e os sintomas do climatério em mulheres com e sem transplante de fígado. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com 52 mulheres em acompanhamento ambulatorial em um hospital universitário na região sudeste do Brasil no período de 04/02/09 a 05/01/11. Dessas mulheres, 24 tinham 35 anos ou mais e haviam sido submetidas a transplante de fígado a pelo menos um ano antes do início do estudo. As outras 28 mulheres não tinham doença hepática e suas idades e padrões menstruais eram similares ao das transplantadas hepáticas. Para avaliação da

  14. Risco da radiação ionizante em mulheres férteis submetidas à ablação por radiofrequência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Glotz de Lima

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Comissão Internacional de Radiologia indica rastreamento com teste de gravidez a todas pacientes do gênero feminino em período fértil que serão submetidas a exame radiológico. Sabe-se que a radiação é teratogênica e que seu efeito é cumulativo. O potencial teratogênico inicia-se com doses próximas às das utilizadas durante esses procedimentos. Não se sabe a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou à ablação por cateter em nosso meio. OBJETIVO: Avaliar a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes do gênero feminino encaminhadas para estudo eletrofisiológico e/ou ablação por radiofrequência. MÉTODOS: Estudo transversal com análise de 2.966 pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou ablação por cateter, de junho 1997 a fevereiro 2013, no Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Foram realizados 1.490 exames em mulheres sendo que, destas, 769 encontravam-se em idade fértil. Todas as pacientes foram rastreadas com teste de gravidez no dia anterior ao procedimento. RESULTADOS: Detectou-se positividade do teste em três pacientes, impossibilitando a realização do exame. Observou-se prevalência de 3,9 casos por 1.000 mulheres em idade fértil. CONCLUSÃO: Devido ao baixo custo e à segurança, indica-se a realização de teste de rastreamento para gravidez a todas pacientes em idade fértil, uma vez que o grau de radiação ionizante necessária nesse procedimento é muito próximo ao limiar de teratogenicidade, principalmente no primeiro trimestre, quando os sinais de gestação não são exuberantes.

  15. The prevalence of psychopathology in offspring of bipolar women from a Brazilian tertiary center Prevalência de psicopatologia em filhos de mulheres bipolares de um centro terciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Petresco

    2009-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: No previous study has assessed the occurrence of psychopathology in offspring of bipolar women from South America. The objective of this study was to assess the prevalence of psychopathology in offspring of bipolar mothers from Brazil compared with two control groups. METHOD: Children and adolescents aged 6 to 18 years of bipolar disorders mothers (n = 43, mothers with other mild to moderate mental disorders (n = 53 and mothers without any psychiatric disorder (n = 53 were evaluated using the Kiddie Schedule for Affective Disorders and Schizophrenia present and lifetime version, the Child Behavior Checklist and the Youth Self-Report. Raters were blind to the mothers' diagnoses, who were interviewed by means of the Structured Clinical Interview. RESULTS: Bipolar offspring had twice the chance of having one or more lifetime Axis I diagnoses [prevalence ratio = 2.11 (95% CI: 1.30-3.42 and p = 0.003] and 2.8 higher risk of having a lifetime anxiety disorder [prevalence ratio = 2.83 (95% CI: 1.39-5.78 e p = 0.004] than the offspring of mothers with no mental disorder. In addition, significantly higher scores on Child Behavior Checklist thought problems and Youth Self-Report social problems, as well as anxiety/depression and internalizing problems were observed. CONCLUSION: Our results confirm previous findings suggesting higher psychiatric problems in offspring of bipolar mothers and extend them to the Brazilian societyOBJETIVO: Considerando-se a inexistência de estudos avaliando a ocorrência de psicopatologia em filhos de mães bipolares na América do Sul, este se propõe a avaliar a prevalência de psicopatologia em filhos de mulheres bipolares comparado com dois grupos-controle. MÉTODO: Crianças e adolescentes de 6 a 18 anos de idade, filhos de mães com transtorno bipolar (n = 43, filhos de mães com outros transtornos psiquiátricos leve a moderados (n = 53 e filhos de mães sem nenhum diagnóstico psiquiátrico (n = 53 foram

  16. Considerações éticas sobre pesquisas com mulheres em situação de violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Mattos Russo Rafael

    2013-04-01

    Full Text Available Este ensaio tem por objetivo refletir sobre os princípios ético-metodológicos envolvidos em pesquisas com mulheres em situação de violência. O texto discute a aplicação dos princípios da beneficência e não maleficência durante as pesquisas que envolvem esta temática, apontando para recomendações balizadas pela privacidade, autonomia e contribuições imediatas para os sujeitos voluntários. A seguir, tomando como referencial teórico os princípios da justiça e equidade, os autores propõem um debate sobre os aspectos metodológicos envolvidos na garantia de proteção das entrevistadas, com vistas à melhoria da qualidade dos dados obtidos e possíveis contribuições sociais.

  17. A infertilidade na mulher e a ocorrência de infecções sexualmente transmissíveis em idade fértil

    OpenAIRE

    Palma, Cátia Alexandra Pereira Teixeira

    2011-01-01

    RESUMO - Enquadramento: Num momento em que a população mundial atinge os 7 biliões, um dos capítulos do Relatório do Fundo de População das Nações Unidas é dedicado à fertilidade. A maioria dos países europeus apresenta taxas de fecundidade abaixo das necessárias para a reposição populacional. Portugal não é excepção, apresentando um índice sintético de fecundidade, em 2009 de 1,32 crianças por mulher. Calcula-se que 10% dos casais portugueses são inférteis, com uma distribuição e...

  18. Fatores associados ao declínio do déficit estatural em crianças e adolescentes em Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Sá Leal

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a evolução do déficit estatural em crianças e adolescentes e identificar seus fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal, com dados das Pesquisas Estaduais de Saúde e Nutrição realizadas em Pernambuco nos anos de 1997 e 2006. A amostra do tipo probabilística (aleatória estratificada, com representatividade para os estratos urbanos e rurais do estado. Para a coleta de dados foram utilizados questionários com perguntas pré-codificadas referentes a informações sobre as variáveis socioeconômicas, demográficas e antropométricas (das mães, crianças e adolescentes. A população estudada foi de, respectivamente, 1.853 e 1.484 crianças e adolescentes de cinco a 19 anos. A análise de regressão múltipla com seleção hierarquizada foi utilizada para avaliar a associação das variáveis explanatórias sobre o déficit estatural. RESULTADOS: A prevalência do déficit de estatura apresentou redução significante de 43% (de 16,9% em 1997 para 9,6% em 2006. As variáveis socioeconômicas e a estatura materna estiveram associadas a este declínio, com reduções variando de 39% a 60% entre os estratos analisados. Na análise dos determinantes do déficit estatural, no ano de 2006, permaneceram como significantes: a renda familiar per capita (<0,25 salário mínimo, a posse de bens domésticos (< três, o maior número de pessoas por domicílio, a menor escolaridade e menor estatura materna. CONCLUSÕES: A redução do déficit de estatura refletiu a melhoria nas condições sociais e econômicas. Entretanto, permanecem necessários a manutenção e incremento de políticas públicas, de modo a aumentar o poder aquisitivo dos mais pobres e universalizar o acesso da população a serviços de saúde e educação.

  19. Maternidade deslocada: a gravidez, o aborto voluntário e a saúde feminina para mulheres imigrantes em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristianne Maria Famer Rocha

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar questões ligadas a temas como maternidade, gravidez, aborto voluntário e saúde feminina a partir da perspectiva de imigrantes brasileiras e africanas que vivem em Portugal. Métodos: Trata-se de um estudo exploratório e descritivo, de abordagem qualitativa, realizado em Portugal, entre maio e junho de 2008, com 35 mulheres imigrantes (provenientes do Brasil e de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa – PALOP. As informações foram coletadas através de um questionário sociodemográfico e realização de grupo focal. Os dados foram analisados de acordo com o procedimento comum de análise de conteúdo. Emergiram disso duas categorias de análise: 1 Gravidez e Maternidade, e 2 Aborto Voluntário. Resultados: Participaram da pesquisa 15 brasileiras e 20 africanas, com idades entre 21 e 45 anos. As participantes brasileiras referem possuir maior nível de escolaridade em relação às mulheres africanas. Ambas, de maneira geral, passam por dificuldades diversas envolvendo gravidez, maternidade e aborto voluntário, principalmente pelas diferenças socioculturais enfrentadas nos países em que vivem. Conclusão: É necessária a adoção de um modelo social de saúde positiva, centrado nas demandas dos indivíduos e da população, e, na medida do possível, adaptado às suas especificidades. Nesse sentido, é relevante que sejam desenvolvidos modelos que promovam a participação dos imigrantes na elaboração de ações de promoção da saúde nessa área.

  20. Vulnerabilidade de gênero para a paternidade em homens adolescentes Gender vulnerability for parenthood among male adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anecy de Fátima Faustino Almeida

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as relações de gênero vivenciadas por adolescentes do sexo masculino e como elas contribuem para torná-los vulneráveis à gravidez na adolescência. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 2003. Participaram 13 adolescentes masculinos com menos de 20 anos, com um único filho de até 11 meses, cuja mãe estava na mesma faixa etária do pai. Realizaram-se entrevistas semi-estruturadas gravadas. Após transcrição, procedeu-se à análise temática de conteúdo. RESULTADOS: Identificaram-se estereótipos de gênero em que se destacavam papéis de líder, provedor e ativo sexualmente, bem como a rejeição a ser cuidador. Esses papéis apareceram consolidados principalmente na perspectiva dos entrevistados acerca do trabalho como marcador de sua condição de homem e provedor da família. A liderança dos adolescentes prevaleceu no relacionamento com a mãe de seu filho, notadamente na iniciativa das relações sexuais e no uso de contraceptivos. A gravidez foi considerada por eles como "por acaso" e inesperada, mas a paternidade foi vivenciada como uma prova final de sua condição de homens adultos. CONCLUSÕES: Verificou-se a condição de vulnerabilidade dos adolescentes para a paternidade em virtude da socialização de gênero nos moldes tradicionais. Isso foi evidenciado com a ausência dos papéis relativos ao cuidado consigo próprio e com os outros, com a incorporação precoce de papéis de dominação sexual masculina e de trabalhador e pai, ou seja, deixar de ser criança e alcançar a condição de homem.OBJECTIVE: To analyze gender relations perceived by male adolescents and how they contribute to making them more vulnerable to pregnancy during adolescence. METHODS: Qualitative study carried out in Campo Grande, Midwestern Brazil, in 2003. Subjects were 13 male adolescents under 20 years of age, fathers of an only child aged up to 11 months whose mother was in the same

  1. Tabagismo em adolescentes de área urbana na região Sul do Brasil Tobacco smoking among teenagers in an urban area in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Lessa Horta

    2001-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência e os fatores de risco para o tabagismo em uma amostra de base populacional de adolescentes residentes em área urbana. MÉTODOS: Em 1997, realizou-se um estudo transversal com uma amostragem em múltiplos estágios dos adolescentes com idade entre 12 e 18 anos completos residentes na zona urbana da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Foi definido como sendo fumante todo aquele adolescente que informou ter fumado pelo menos um cigarro por semana no último mês. Para as comparações entre proporções, utilizou-se o teste do qui-quadrado com correção de Yates para tabelas 2X2. A regressão logística não condicional foi utilizada na análise multivariada. RESULTADOS/ CONCLUSÕES: Foram entrevistados 632 adolescentes, sendo que com outros 38 não foi possível realizar a entrevista. Na amostra estudada, 11,1% dos adolescentes eram fumantes, 6,8% eram ex-fumantes e 82,1% nunca haviam fumado regularmente. A prevalência de tabagismo foi diretamente relacionada com a idade do adolescente. Mesmo após controle para possíveis fatores de confusão, aqueles adolescentes que não estavam estudando, que eram repetentes, cujos pais estavam separados ou que relataram terem abusado de bebidas alcoólicas no último mês apresentaram uma maior razão de odds para tabagismo.OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of tobacco smoking and its determinants among adolescents. METHODS: A cross-sectional study, using a multiple stage sampling, was carried out in 1997 and a sample of adolescents aged between 12 and 18 years who were living in the urban area of Pelotas, Brazil, was studied. Those who reported having smoked at least one cigarette per week during the last month were considered smokers. Chi-square test was used to compare proportions and conditional logistic regression was applied in the multivariate analysis. RESULTS/ CONCLUSIONS: Six hundred and thirty-two adolescents were interviewed, among which 38 were

  2. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção

    OpenAIRE

    Amaral,Luana Bandeira de Mello; Vasconcelos,Thiago Brasileiro de; Sá,Fabiane Elpídio de; Silva,Andrea Soares Rocha da; Macena,Raimunda Hermelinda Maia

    2016-01-01

    Resumo: A violência baseada no gênero tem se constituído em um fenômeno social que influencia sobremaneira o modo de viver, adoecer e morrer das mulheres. Este estudo visa conhecer as diferenças antes e após a criação da Lei Maria da Penha (LMP) nas agressões sofridas pelas mulheres que foram atendidas na Unidade de Proteção Especial do Estado do Ceará. Trata-se de um estudo seccional, exploratório-descritivo e documental. A amostra foi composta por 197 prontuários das mulheres atendidas em u...

  3. Efeito do treinamento de força nas variáveis cardiovasculares em adolescentes com sobrepeso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Marcelo de Queiroz Miranda

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O presente estudo teve por objetivo avaliar as respostas agudas cardiorrespiratórias e autonômicas induzidas por uma sessão de exercício físico resistido em adolescentes com sobrepeso. MÉTODOS: Foram avaliados 17 adolescentes do sexo masculino divididos em grupo controle (GC, n=9 e grupo sobrepeso (GSO, n=7. Todos foram submetidos a uma sessão exercícios resistidos para diferentes grupos musculares, realizados com sobrecarga de 60% da força máxima, com um intervalo de 45 segundos entre as séries e 90 segundos entre cada exercício. Antes, durante e após a sessão de exercícios os seguintes parâmetros foram avaliados: frequência cardíaca (FC, pressão arterial sistólica (PAS, pressão arterial diastólica (PAD e variabilidade da frequência cardíaca (VFC. RESULTADOS: Foi observado comportamento semelhante em ambos os grupos da PAS e PAD. A PAS aumentou durante o exercício e a PAD diminuiu. Ambas retornaram aos valores basais durante a recuperação. A FC aumentou durante a sessão de exercício nos dois grupos, porém, apenas no GSO houve retorno aos valores de repouso. Os índices da VFC no domínio do tempo (VAR RR e RMSSD se comportaram de maneira semelhante frente ao exercício nos dois grupos, porém, no índice SDNN apenas o GSO retornou aos valores de repouso. A VFC no domínio da frequência apresentou comportamento semelhante em ambos os grupos. CONCLUSÕES: sugere-se que o aumento do nível de atividade física em indivíduos com sobrepeso pode prevenir as alterações autonômicas que estão associadas ao aumento do peso corporal e conferir efeito protetor ao sistema cardiovascular.

  4. Análise cinética, cinemática e eletromiográfica durante o primeiro salto do triplo hop test em mulheres com a síndrome da dor femoropatelar: uma comparação com mulheres assintomáticas

    OpenAIRE

    Reis, Amir Curcio Dos

    2013-01-01

    A síndrome da dor femoropatelar (SDFP), comum em mulheres que apresentam o valgo dinâmico, é uma das principais consequências das alterações biomecânicas em membros inferiores. A análise cinética, cinemática e eletromiográfica desses pacientes vem sendo amplamente estudada em atividades funcionais como subir e descer escadas, caminhada, e corrida, entretanto, precisa ser mais discutida em atividades de grande demanda muscular, pois nestas ocasiões podem ocorrer diferentes padrões compensatóri...

  5. Mudanças no desenvolvimento temporal da força em mulheres de diferentes faixas etárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josária Ferraz Amaral

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: redução na força e na velocidade da contração muscular são duas das maiores causas de debilidade funcional em idosos. OBJETIVO: analisar as mudanças relacionadas à idade no desenvolvimento temporal da força de preensão manual e dos extensores do joelho em mulheres. MÉTODOS: a amostra foi constituída por 52 mulheres subdivididas em três grupos (JO. n=24, 25,2±3,7 anos; MI. n=13, 58±4,2 anos; ID. n=15, 71,3±3,9 anos. Os testes realizados foram o de preensão manual e o de extensão do joelho. Foram executadas três tentativas de esforço isométrico máximo em cada teste, e a curva com o valor máximo de força foi selecionada para análise por meio de um algoritmo desenvolvido em linguagem Matlab(r. A massa livre de gordura (MLG foi avaliada por meio da absortometria radiológica de dupla energia. RESULTADOS: foram observados entre os grupos valores semelhantes de força (p=0,831 e MLG do membro superior (p=0,207. A taxa de desenvolvimento da força (TDF foi menor nos intervalos iniciais da contração muscular (0-50 e 0-100ms nos grupos MI (p=0,005 e p=0,000, para 50ms e 100ms, respectivamente e ID (p=0,003 e p=0,000, para 50ms e 100ms, respectivamente. A MLG e a força do membro inferior foram menores nos grupos MI (p=0,006, p=0,014, respectivamente e ID (p0,05, porém, menor no grupo ID (p<0,05 em comparação ao JO, em todos os intervalos analisados. CONCLUSÃO: os resultados deste estudo sugerem que os grupos musculares dos membros superiores e inferiores possam ser afetados em diferentes magnitudes pelo envelhecimento. As diferenças entre os membros podem estar relacionadas à quantidade e qualidade das atividades físicas realizadas.

  6. Dilemas e desafios vividos por mulheres que migraram em função do trabalho do cônjuge

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sirlene Aparecida Carvalho Bezerra

    2013-12-01

    Full Text Available A intensificação da movimentação das empresas e de pessoas ao redor do mundo tornou-se cada vez mais constante e valorizada, fazendo surgir uma espécie de nomadismo organizacional e profissional. Nesse cenário não é apenas a vida profissional dos trabalhadores que é afetada, mas também a de toda a sua família, em especial das esposas, uma vez que a adaptação do funcionário ao novo ambiente organizacional e da própria família depende, em grande parte, da dela. Este trabalho teve por objetivo analisar os dilemas e desafios vividos por mulheres que migraram de cidade e em alguns casos de estado em função do trabalho do cônjuge. O arcabouço teórico contemplou os temas: gênero, trabalho, família e mobilidade. Com esta pesquisa pretende-se preencher parte da lacuna nos estudos acadêmicos relacionados à interculturalidade, no que diz respeito à mobilidade nacional e às questões de gênero, uma vez que pouco se tem discutido a respeito dos problemas de adaptação regional, principalmente em países com grande extensão geográfica e diversidade cultural como as do Brasil. Trata-se de uma pesquisa qualitativa cujos dados foram coletados por meio de entrevistas e analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Foram identificadas seis mulheres nessa condição na empresa em foco e quatro delas consentiram em participar da pesquisa. No que diz respeito à renúncia da carreira, o principal motivo foi dar aos cônjuges a oportunidade de realizarem o sonho de trabalhar numa grande empresa multinacional que é referência no ramo de atividade. Nos primeiros meses, as mulheres se dedicaram às questões do lar e da família e só depois tentaram retomar suas vidas profissionais. Nenhuma delas conseguiu retomar a carreira interrompida. Dentre os dilemas vivenciados pelas mulheres, destacam-se dificuldades de adaptação à cultura local, à construção de nova rede de relacionamento e amizades, e a retomada da vida

  7. Atitudes e comportamentos de adolescentes em relação à ingestão de bebidas alcoólicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Éder Dias da Silva

    2011-10-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva qualitativa que teve como objetivo analisar as atitudes dos adolescentes diante da ingestão de bebidas alcoólicas. Foram realizadas entrevistas com 40 adolescentes vinculados a uma instituição de apoio no Pará. A análise de conteúdo temático levou à seguinte categoria: atitudes e comportamentos em relação à ingestão de bebidas alcoólicas. O consumo da bebida alcoólica está associado a diversão, mas também significa um modo de não pensar nos problemas. Os adolescentes utilizaram outros tipos de drogas em alguns momentos, porém o uso do álcool é unanimidade. Concluiu-se que, para o adolescente, o álcool favorece a socialização e o prazer e que isso pode levar ao uso abusivo e contato com drogas ilícitas, como a maconha, a cocaína e o tíner.

  8. GRUPO COMO DISPOSITIVO SOCIOEDUCATIVO: PESQUISA-INTERVENÇÃO COM ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO À COMUNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayane Silva Rodrigues

    2018-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta discussões oriundas de uma tese de doutorado, que problematizou especificidades, princípios e estratégias para a utilização de metodologias grupais como dispositivos de atuação no atendimento a adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto. O estudo foi construído por meio de uma pesquisa-intervenção com onze adolescentes em cumprimento da medida socioeducativa de Prestação de Serviço à Comunidade, vinculados a uma unidade de atendimento do Distrito Federal. O artigo apresenta um recorte dos resultados da tese, evidenciando análises relativas às significações produzidas com os adolescentes sobre o conceito de trabalho, inerente à medida socioeducativa de prestação de serviço à comunidade. Sob o prisma da Psicologia Histórico-Cultural (L. S. Vigotski, da perspectiva do dialogismo (M. Bakthin e da problematização do conceito de grupo-dispositivo (R. B. Barros, são analisados os processos de negociação para a realização uma atividade colaborativa e comunitária com adolescentes. Na sequência, são abordados aspectos relativos aos movimentos do processo grupal, permeado por devires e ressignificações. Por fim, discute-se o conceito de grupo como dispositivo socioeducativo que pode ser tomado na execução de medidas socioeducativas, com vistas a ampliar as ferramentas de atendimento aos adolescentes e contribuir para o aprofundamento da base teórico-metodológica das práticas em socioeducação.

  9. Relação entre condição gengival e fatores sociodemográficos de adolescentes residentes em uma região brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Prado Fonseca

    2015-11-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é relacionar as condições gengival e socioeconômica e distribuição demográfica de adolescentes residentes em uma região desfavorecida brasileira. O estudo transversal foi realizado com amostra probabilística de 450 adolescentes (15-19 anos em 13 municípios sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG. A condição gengival foi avaliada por um examinador calibrado (Kappa ≥ 0,85 e baseado Índice Periodontal Comunitário (CPI. Foram calculadas as frequências para indivíduos e sextantes com posterior Análise de Correspondência Múltipla (Anacor que explorou relações entre o CPI e as características sociodemográficas. Como resultados: 16 (3,6% apresentaram-se sem alterações gengivais, 235 (52,2% com sangramento, 36 (8,0% com cálculo dental e 163 (36,2% com sangramento e cálculo. A Anacor identificou dois grupos que guardavam semelhanças entre si em relação à doença periodontal. O grupo 1 reuniu os adolescentes com CPI sadio, 19 anos de idade, que trabalham e têm maior renda familiar. No grupo de CPI com sangramento, tem-se os adolescentes com 15 e 16 anos de idade, de ambos os sexos, cursando o ensino fundamental, menor renda familiar e que se autodeclararam pardos ou negros. A gengivite foi relacionada às condições socioeconômicas e demográficas de adolescentes da região.

  10. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  11. Prevalência da asma e da rinite em adolescentes de 13 anos do Porto, Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Falcão

    2008-11-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: As prevalências da asma e rinite têm aumentado nas últimas décadas, mas nos últimos anos tem sido referida a sua estabilização ou mesmo diminuição.Objectivo: O objectivo foi o de descrever a prevalência de rinite, asma ou sintomas do tipo da asma em adolescentes urbanos de 13 anos.Métodos: Os participantes elegíveis foram todos os alunos das escolas públicas e privadas do Porto, nascidos em 1990; 2161 (77,5% concordaram em participar. Através de questionários autoaplicados, a informação recolhida contemplou aspectos sociais, demográficos, comportamentais, história clínica de asma e doenças alérgicas do adolescente e família. Foi usada a versão portuguesa do International Study of Asthma and Allergies in Childhood’s (ISAAC e foram efectuadas espirometrias.Resultados: Nesta amostra de adolescentes urbanos de 13 anos, a prevalência da asma durante a vida foi de 12,9%, 84,4% com diagnóstico médico. A pieira durante a vida foi 18,3% e no último ano de 9,3%. A rinite foi relatada por 10,1%, mas a prevalência durante a vida de adolescentes com espirros, rinorreia serosa ou obstrução nasal, foi de 32,0%, e no último ano de 27,4%.Conclusão: Verificou-se uma estabilização ou mesmo diminuição da prevalência dos sintomas e diagnóstico de asma e rinite nos adolescentes do Porto, quando comparada com os resultados do ISAAC em 2002, tal como noutras investigações na Europa. A asma e a rinite estão frequentemente presentes no mesmo doente e a tosse nocturna é um importante sintoma que surge associado aos sintomas nasais. A função pulmonar permitiu discriminar os adolescentes com queixas respiratórias.Rev Port Pneumol 2008; XIV (6: 747-768 Abstract: Background: The prevalence of asthma and rhinitis has been increasing over the past few decades, but the last few years have seen these rates

  12. Contracepção hormonal e anti-retrovirais em mulheres infectadas pelo HIV Hormonal contraception and antiretroviral therapy among HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Amaral

    2006-11-01

    Full Text Available Há controvérsia sobre a relação entre o uso de contraceptivos hormonais e o risco de adquirir o vírus da imunodeficiência humana (HIV, e pouco se sabe sobre os efeitos da contracepção hormonal em mulheres infectadas (efeitos colaterais, distúrbios menstruais, progressão da doença, interações com terapias anti-retrovirais. O objetivo deste artigo foi revisar os dados disponíveis quanto à vulnerabilidade ao HIV e à sua transmissibilidade na vigência do uso de contraceptivos hormonais bem como as conseqüências potenciais do uso desses contraceptivos por mulheres HIV-positivas sob terapia anti-retroviral (TARV, com ênfase nas interações medicamentosas. Concluiu-se que ainda não é possível elaborar recomendações, baseadas em evidências, sobre a contracepção hormonal em mulheres portadoras do HIV sob TARV. Assim, os infectologistas e os ginecologistas devem estar atentos às interações potenciais que possam representar aumento de efeitos adversos, individualizando a orientação sobre os esteróides contraceptivos, suas doses e vias de administração, considerando a TARV em uso.There is much controversy regarding the realtionship between the use of hormonal contraceptives and the risk of acquiring human immunodeficiency virus (HIV, and little is known about the effects of hormonal contraception in HIV-infected women (adverse events, menstrual disorders, disease progression, antiretroviral therapy interactions. The aim of the present study was to review available data regarding HIV vulnerability and transmission associated with hormonal contraceptives and the use of these contraceptives by women on antiretroviral therapy, with emphasis on drug interactions. In conclusion, it was not possible to offer evidence-based recommendations for the use of hormonal contraceptives among HIV-infected women under antiretroviral therapy. Infectious disease specialists and gynecologists providing care should be cautious about potential

  13. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p < 0,001 e circunferência da cintura (CC (p = 0,002. Associações significantes inversas foram observadas entre a lipoproteína de alta densidade colesterol (HDL-c e ambos marcadores inflamatórios PCR-as (p = 0,031 e LEU (p = 0,014. A apo-lipoproteína A1 (Apo A1 também estava negativamente associada com a PCR-as. A contagem de leucócitos apresentou uma correlação significante com a glicemia de jejum e a razão colesterol total (CT /HDL-C. Usando regressão logística ajustada para idade, IMC (odds ratio/OR, 1,186; intervalo de confiança/IC, 1,046-1,345; p=0,008 e LEU (OR, 1,045; IC, 1,005-1,087; p=0,027 foram as covariantes significantemente associadas com a PCR-as. CONCLUSÃO: No presente estudo, os fatores de risco tais como IMC, CC e HDL-c e Apo-A1 mostraram uma associação significante com PCR-as. A contagem de leucócitos estava significantemente associada com os níveis de HDL-c, glicemia de jejum, razão CT/HDL-c em mulheres.

  14. Violência doméstica e risco para problemas de saúde mental em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Hildebrand, Natália Amaral; Celeri, Eloisa Helena Rubello Valler; Morcillo, André Moreno; Zanolli, Maria de Lurdes

    2015-01-01

    A literatura demonstra que sofrer violência doméstica na infância e juventude é um risco para o desenvolvimento das psicopatologias. Este estudo utilizou o Strenghts and Difficulties Questionnarie (SDQ) e encontrou prevalência de 65,5% de possibilidades de problemas de saúde mental em crianças e adolescentes (4-16 anos), vítimas de violência doméstica, acompanhados em Serviços de Referência, todos residentes em um município brasileiro. O resultado encontrado foi considerado elevado, se compar...

  15. Suporte familiar em adolescentes e jovens adultos com Diabetes mellitus tipo 1 e o papel do médico de medicina geral e familiar

    OpenAIRE

    Antunes, Cristiana dos Santos

    2016-01-01

    Trabalho Final do Curso de Mestrado Integrado em Medicina, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2016 A Diabetes Mellitus Tipo I, apesar da sua baixa prevalência, é uma das doenças metabólicas mais comuns em idade pediátrica, sendo que o seu controlo engloba tanto o tratamento médico como a componente comportamental. Esta revisão baseia-se na análise de vários estudos observacionais em adolescentes com diabetes, relativamente às barreiras e aos fatores condicionantes na adesão ao ...

  16. CRISE DE IDENTIDADE EM ADOLESCENTES PORTADORES DO DIABETES MELLITUS DO TIPO I

    OpenAIRE

    Imoniana, Bernardete Bezerra Silva

    2004-01-01

    A adolescência é um processo dinâmico entre a infância e a idade adulta: inicia-se com a puberdade e termina com a aquisição da identidade, da autonomia, bem como da elaboração de projetos de vida e de integração na sociedade. Os modelos de identidade são transferidos dos pais para os adolescentes, de modo a permitir a construção de idéias e afetos próprios. Este estudo tem como objetivo identificar como o adolescente vivencia tornar-se portador da doença crônica o diabetes. Para tanto, recor...

  17. Assertividade e tempo de permanencia de cateteres intravenosos perifericos com insercao guiada por ultrassonografia em criancas e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Ferreira Machado Avelar

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo randômico e controlado que objetivou verificar se a ultrassonografia vascular (USV aumenta a assertividade na utilização do cateter intravenoso periférico e o tempo de permanência do cateter quando comparado ao método tradicional de punção. A coleta de dados ocorreu após aprovação do mérito ético, incluindo-se no estudo crianças e adolescentes submetidos a punção intravenosa periférica guiada pela USV, constituindo o grupo USV (GUSV, ou após avaliação clínica da rede venosa, denominado grupo controle (GC. Os valores de p<0,05 foram considerados significativos. A amostra foi constituída por 382 punções, 188 (49,2% no GUSV e 194 (50,8% no GC, realizadas em 335 crianças. Identificou-se assertividade em 73 (71,6% cateteres do GUSV e em 84 (71,8% do GC (p=0,970. O tempo de permanência do cateter apresentou mediana inferior a um dia nos dois grupos (p=0,121, não havendo diferença estatisticamente significativa. Concluindo-se que a USV não influenciou os resultados das variáveis dependentes investigadas. ClinicalTrials.govNCT00930254.

  18. Prática de atividade física em adolescentes brasileiros Physical activity practice among brazilian adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Curi Hallal

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a prática de atividade física em adolescentes, utilizando dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE, coletados em todas as capitais do Brasil e no Distrito Federal em 2009. A amostra incluiu escolares do 9º ano do ensino fundamental (n=60.973. Foram investigadas a prática de atividade física nos últimos sete dias, incluindo modo de deslocamento para a escola, prática de atividade física dentro e fora da escola e participação nas aulas de educação física. Consideraram-se ativos os jovens que acumularam > 300 min/sem de atividade física. A proporção de ativos foi de 43,1%, sendo maior nos meninos (56,2% em comparação às meninas (31,3%. Metade dos adolescentes (49,2% relatou ter tido duas ou mais aulas de educação física na semana anterior à entrevista; 79,2% relataram assistir a duas horas diárias de televisão ou mais. Os dados do PeNSE indicam baixa prevalência de jovens ativos e com duas ou mais aulas de educação física por semana, além de elevada prevalência de comportamento sedentário. Tais dados podem ser utilizados como linha de base para o monitoramento de atividade física em escolares brasileiros, mas desde já sugerem a necessidade de intervenções para a promoção de atividade física em adolescentes brasileiros.The aim of this study is to describe physical activity practice among Brazilian adolescents by using data from the National Adolescent School-based Health Survey (PeNSE collected in all state capitals and the Federal District in 2009. The sample included students of the ninth year (n=60,973. It was investigated the physical activity practice seven days prior to the interview, including transportation mode, physical activity practice inside and outside the school and participation in Physical Education classes. Adolescents were classified as active if performing > 300 min/wk of physical activity. The proportion of active adolescents was 43

  19. DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM EM ADOLESCENTES COM EXCESSO DE PESO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Santos do Nascimento Rodrigues

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar los diagnósticos de enfermería en adolescentes de escuelas públicas con exceso de peso, de acuerdo con la Clasificación Internacional de la Práctica de Enfermería. Estudio transversal de población, investigó socio-demográficos, conductuales y psicológicos de adolescentes de 10 a 14 años. Se establecieron 11 diagnósticos de enfermería: "Riesgo para la Obesidad", "Riesgos de desarrollo adolescente comprometida", "Riesgo de inseguridad en el rendimiento papel de los padres”, "Riesgo para la capacidad de la familia para gestionar el régimen dietético comprometido", "Riesgo de capacidad para gestionar el régimen dietético comprometido", "Riesgo de Déficit de conocimientos sobre la dieta", "Riesgo de ingesta excesiva de alimentos", "Imagen negativa de sí", "Riesgo para la autoestima", "Riesgo Bienestar comprometida", "Estándar ejercicio comprometido". Reflejo de la naturaleza multifactorial de la obesidad, destacando la necesidad de interdisciplinaria e intersectorial de prevención y control de sobrepeso.

  20. Caracterização da saúde mental em crianças e adolescentes em acolhimento institucional = Mental health characterization in institutionalized children and adolescents = Caracterización de la salud mental en niños y adolescentes institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Calcing, Jordana

    2014-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar as experiências de vida traumáticas e a prevalência de problemas de comportamento em crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. O grupo investigado foi constituído por 41 crianças e adolescentes de ambos os sexos, com idade de 7 a 18 anos, provenientes de cinco casas de acolhimento localizadas na região norte do estado do Rio Grande do Sul. Para a obtenção dos dados, utilizaram-se os instrumentos: Inventário de Eventos Estressores na Infância e Adolescência (IEEIA, Inventário de Depressão Infantil (CDI, e o Child Behavior Checklist (CBCL. Os dados apontaram para a presença de problemas de comportamento em um número significativo de crianças e adolescentes, tendo em vista suas histórias de vida marcadas por eventos traumáticos. Considerando esses dados, destaca-se a importância de instituir políticas públicas que contemplem as necessidades de crianças e adolescentes institucionalizados, a fim de que seus direitos sejam garantidos

  1. Qualidade de vida em mulheres no climatério atendidas na Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Steffany Miranda

    2014-10-01

    Full Text Available A vivência do climatério está cada vez mais presente, e demanda estratégias que melhorem a qualidade de vida das mulheres nesse período. A pesquisa objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres na fase do climatério, com ou sem uso da terapia de reposição hormonal (TRH. Estudo epidemiológico longitudinal, com amostra de 99 mulheres para cada grupo. Avaliaram-se as características sociodemográficas, clínicas e comportamentais. Foram aplicados à amostra a Menopause Rating Scale (MRS e o Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36. Utilizaram-se os testes t de student, Qui-quadrado e Tukey. As usuárias de TRH apresentaram média etária de 50,76 ± 3,63 anos, e as não usuárias de 48,95 ± 6,27anos (p=0,01. Relataram maior frequência de sintomas climatéricos de intensidade leve a moderada. Os aspectos sociais apresentaram escore abaixo de 50 para os dois grupos. Houve diferenças entre os grupos em relação aos componentes do SF-36 e MRS para estado geral de saúde, capacidade funcional, menor capacidade, depressão, insônia e fenômenos vasomotores.

  2. Gravidade psicopatológica em mulheres vítimas de violência doméstica Psychopathology severity in women victims of violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristine Fonseca Mozzambani

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de sintomas psicopatológicos em mulheres vítimas de violência doméstica (VD que procuraram uma delegacia de defesa da mulher. MÉTODO: Foram avaliadas mulheres com idade entre 20 e 50 anos que deram entrada em uma delegacia da mulher com queixa de VD. Durante a entrevista, todas foram submetidas ao Relatório de Indicadores Sociais e preencheram os seguintes instrumentos de autoaplicação: Inventário de Depressão de Beck, Inventário de Ansiedade de Beck, Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version e o Questionário de Experiências Dissociativas Peritraumáticas (todos em língua portuguesa. Foram usadas notas de corte a partir dos estudos de validação desses instrumentos para categorizar indivíduos com alta probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, transtorno de ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, ou alta/baixa dissociação peritraumática. RESULTADOS: Foram avaliadas 17 mulheres com idade média de 34,7±7,7 anos. O tempo médio de duração da violência foi de 9,1±8,7 anos. Do total de mulheres, 53% eram vítimas de agressão excessiva e 84% eram ameaçadas de morte pelo companheiro; em 71% dos casos, os companheiros eram usuários de drogas. Além disso, 53% das mulheres afirmaram ter sofrido VD na infância. Do total da amostra, 89% tiveram grande probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, 94% transtorno de ansiedade, 76% transtorno de estresse pós-traumático e 88% apresentaram elevados níveis de experiências dissociativas peritraumáticas. CONCLUSÃO: As vítimas de VD que dão entrada em delegacias de defesa da mulher têm alta probabilidade de apresentar morbidade psiquiátrica, assim como alterações cognitivas que as impossibilitam de sair do ciclo da violência.OBJECTIVE: To assess the presence of psychopathological symptoms in women victims of domestic violence who seek help at police units offering women's protective

  3. Dynamics within families with adolescents who go to school in Paipa Funcionalidad en familias con adolescentes escolarizados en Paipa Funcionalidade em famílias com adolescentes escolarizados em Paipa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galán González Edna Fabiola

    2010-04-01

    ência e a mudança, enquanto a manutenção foi a variável de maior pontuação no nível alto (71,6%. As respostas dadas pelas famílias com adolescentes entrevistadas posicionaram as metas em níveis intermédios e altos, o que chama a atenção frente aos achados sobre efetividade familiar que se encontrou com predomínio no nível baixo.

  4. Funcionalidad en familias con adolescentes escolarizados en Paipa Funcionalidade em famílias com adolescentes escolarizados em Paipa Dynamics within families with adolescents who go to school in Paipa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EDNA FABIOLA GALÁN GONZÁLEZ

    2010-06-01

    Avaliação da Funcionalidade Familiar que possibilita medir o nível de efetividade da funcionalidade familiar por meio de objetivos ou propósitos (estabilidade, crescimento, controle e espiritualidade e das dimensões (câmbio, manutenção, coerência e individuação do sistema familiar. De acordo com os resultados da efetividade da funcionalidade familiar, conclui-se que 62,7% das famílias com adolescentes estudo têm baixa efetividade da funcionalidade da família. No relativo às dimensões, a individuação exibiu um nível baixo com 41,2% seguida pela coerência e a mudança, enquanto a manutenção foi a variável de maior pontuação no nível alto (71,6%. As respostas dadas pelas famílias com adolescentes entrevistadas posicionaram as metas em níveis intermédios e altos, o que chama a atenção frente aos achados sobre efetividade familiar que se encontrou com predomínio no nível baixo.Horizontal descriptive study, with a quantitative approach, from a sample of 102 families with adolescents who go to school in the municipality of Paipa (Province of Boyacá, and whose objective was to describe the effectiveness of family dynamics in the light of the Systematic Organization Theory proposed by Marie Luise Friedemann. The respondents were 102 adolescents, enrolled in an educational institution and whose ages varied from 13 to 18 years of age. The instrument used was the Family Functioning Evaluation scale, that allows for measuring the effectiveness level of the family dynamics through goals or objectives (stability, growth, control and spirituality and through the dimensions (change, maintenance, consistency and individuation of the family system. According to the results of the effectiveness of family dynamics, one could conclude that 62,7% of the families with adolescents who participated in this study have a low level of effectiveness of family functioning. In regard to the dimensions, individualization was found at a low level with 41,2%, followed by

  5. Uso diário e semanal de sulfato ferroso no tratamento de anemia em mulheres no período reprodutivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lopes Maria do Carmo dos Santos

    1999-01-01

    Full Text Available Mediante um ensaio terapêutico randomizado e cego em 193 mulheres (15-45 anos de idade anêmicas (Hb<12mg/dl e "menstruantes", comparou-se a ação e a adesão ao tratamento com sulfato ferroso (60 mg de Fe elementar, administrado em doses diárias e semanais, em uma comunidade de baixa renda do Recife-PE. Após 12 semanas de tratamento, 150 mulheres chegaram ao final do ensaio, sendo 79 do esquema semanal e 71 do diário. As médias de Hb antes do tratamento foram, respectivamente, 10,52 g/dl (DP = 1,13 e 10,72 g/dl (DP = 0,92 para o esquema alternativo e convencional. Após a intervenção, as médias de Hb alcançaram 11,83 g/dl (DP = 0,97 no esquema semanal e 11,62 g/dl (DP = 1,39 no diário. Não houve significância estatística (p = 0,22 entre as diferenças de médias nos dois esquemas terapêuticos, embora o percentual de cura (48,1% tenha sido maior no tratamento semanal, quando comparado ao diário (36,6%. Conclui-se que o esquema de tratamento semanal teve a mesma eficácia do diário. A aceitação ao tratamento no primeiro mês foi melhor no esquema semanal, não havendo, entretanto, diferenças nos dois meses subseqüentes.

  6. Avaliação da síndrome da dor patelofemoral em mulheres - doi:10.5020/18061230.2011.p5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Altair Argentino Pereira Júnior

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar mulheres com diagnóstico de síndrome da dor patelofemoral (SDPF. Métodos: Estudo de caráter descritivo realizado com 40 mulheres na faixa etária entre 18 a 40 anos, com diagnóstico médico definido de SDPF. Realizou-se a verificação da função do joelho através da escala de Lysholm; avaliação cinético-funcional e radiológica; determinação do índice de massa corporal (IMC e investigação do nível de atividade física pelo Questionário Internacional de Atividade Física. Resultados: Observou-se predomínio de geno valgo, rotação femoral interna, patela lateralizada e alta. O nível de atividade física foi menor que 150 minutos em 21 (52,5% da amostra. Constatou-se sobrepeso em 16 (40% e função do joelho classificada como insatisfatória em 31 (77,5% das participantes. Conclusão: As participantes do estudo apresentaram alterações cinético-funcionais semelhantes e presença de sobrepeso. A SDPF compromete a função do joelho, dificultando as atividades de vida diária e a prática esportiva.

  7. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  8. Prevenção à violência no namoro e promoção de habilidades de vida em adolescentes

    OpenAIRE

    Murta, Sheila Giardini; Santos,Bruna Roberta Pereira dos; Nobre,Larissa Almeida; Araújo,Ivy Fonseca de; Miranda,Ana Aparecida Vilela; Rodrigues, Ísis de Oliveira; Franco,Claudio Teodoro Peixoto

    2013-01-01

    Este estudo avaliou efeitos de uma intervenção preventiva sobre a intenção de enfrentamento à violência no namoro e crenças sexistas e homofóbicas entre adolescentes. Participaram 60 adolescentes alocados não randomicamente em duas condições experimentais: CI (N = 27) e CC (N = 33). Enquanto a CC não recebeu nenhuma intervenção, a CI recebeu uma intervenção acerca de gênero, direitos e habilidades de vida, em sete sessões grupais. Os resultados, analisados por meio de sentenças incompletas ap...

  9. Traumatismo cranioencefálico grave em crianças e adolescentes Severe traumatic braininjury in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Fernando Andrade de Carvalho

    2007-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apresentar uma revisão crítica do traumatismo cranioencefálico (TCE em crianças e adolescentes, enfocando o trauma grave, as taxas e os aspectos relacionados com a mortalidade e as principais medidas terapêuticas. CONTEÚDO: Revisão sistemática dos artigos incluídos no MEDLINE, SciELO e Lilacs, no período compreendido entre 1985 e 2006, utilizando as seguintes palavras-chave: traumatic brain injury, craniocerebral trauma, children e mortality, além dos principais livros-texto sobre o assunto. Foram analisados também os Guidelines of Brain Trauma Foundation de 2000 e 2003, sendo selecionados os principais trabalhos citados. O traumatismo cranioencefálico é uma das principais causas de morte e seqüelas em crianças e adolescentes. As taxas de mortalidade variaram entre 10% e 55%, principalmente em razão dos critérios de seleção utilizados, da gravidade dos pacientes e dos locais onde foram realizados os estudos. Em geral, a mortalidade em crianças foi menor que as descritas em pacientes adultos. Os principais fatores relacionados com a mortalidade em crianças foram a pontuação na escala de coma de Glasgow, a hipotensão arterial, o edema e ingurgitamento cerebral difusos e a baixa pressão de perfusão encefálica. O tratamento do TCE grave visa a correção dos fatores relacionados com a lesão cerebral secundária. CONCLUSÕES: Os fatores relacionados com melhor prognóstico em crianças ainda permanecem inconclusivos, havendo algumas divergências entre os estudos. Grande parte destes fatores é corrigível ou evitável, com reanimação hídrica inicial agressiva, tratamento cirúrgico em tempo hábil, monitorização e cuidados intensivos adequados.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Present a critical review of traumatic brain injury (TBI in children and adolescents, focusing on severe TBI, the mortality and the factors related with poor outcome. CONTENTS: It was made a systematic review in MEDLINE

  10. Factores de risco e protecção para os adolescentes em situação de vulnerabilidade ante o consumo de substâncias adictivas em Angola

    OpenAIRE

    Fernández de Carvalho, Isabel M. Romero

    2013-01-01

    Embora se saiba que são numerosos e graves os efeitos do consumo tanto de bebidas alcoólicas como o de tabaco sobre a vida dos jovens, em Angola existe uma grande escassez de estudos que abordem esta temática. Por este motivo, são vários os objetivos deste trabalho: (1) Analisar o consumo de substâncias aditivas nos adolescentes angolanos; (2) Analisar as relações entre a auto-estima, inteligência emocional e apoio social com a resiliência dos adolescentes; (3) Analisar a predição da percepçã...

  11. O cálcio consumido por adolescentes de escolas públicas de Osasco, São Paulo Consumption of calcium by adolescents from public schools em Osasco, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Regina LERNER

    2000-04-01

    Full Text Available No ano 2 000 a população brasileira contará com mais de 14 milhões de idosos e a osteoporose se destaca como uma das enfermidades que afetará pelo menos 3 em cada 20 mulheres brasileiras. Uma das medidas preventivas é assegurar o consumo adequado de cálcio dietético para garantir que o indivíduo atinja o pico de massa óssea geneticamente determinado (que se dá entre os 25 e 30 anos, mantenha esta massa na idade adulta e apresente perda mínima na velhice. O objetivo do estudo foi o de conhecer e avaliar o consumo de cálcio por adolescentes de escolas públicas do Município de Osasco, tendo em vista a prevenção da osteoporose. Foi estudado o consumo alimentar de 323 alunos de 5ª e 8ª séries de 8 escolas localizadas nas regiões central e periférica do município. Utilizou-se a média de registro alimentar de 3 dias alternados. O consumo médio diário de cálcio e a porcentagem de cálcio oriunda de alimentos lácteos não foram significativamente diferentes entre homens e mulheres. Somente 6,2% dos homens e 2,8% das mulheres apresentaram consumo de cálcio acima de 1200 mg/dia. Houve diferenças significativas entre as regiões geográficas com relação ao consumo de energia, de cálcio, assim como para a porcentagem de cálcio oriundos de alimentos lácteos e para a densidade do mineral na dieta. A média de cálcio ingerido do quartil mais alto (1015 mg/dia não atinge a recomendação (1200 mg/dia. Os alimentos lácteos mais consumidos foram leite, queijo, sorvete e iogurte. O leite foi o alimento mais citado por todos os adolescentes, porém a quantidade difere entre os gêneros; as mulheres ingerem cerca de 190 ml por dia enquanto os homens tomam 240 ml.O consumo de cálcio dos adolescentes está muito abaixo das recomendações atuais, refletindo-se na baixa densidade do mineral na dieta diária. Seria desejável uma densidade de pelo menos 550 mgCa/1000 Kcal para alcançar os 1200 mg diários recomendados. É necess

  12. Violência doméstica: análise das lesões em mulheres Domestic violence: an analysis of injuries in female victims

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléa Adas Saliba Garbin

    2006-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de lesões de cabeça e pescoço em mulheres, frente aos inquéritos policiais registrados como lesão corporal e maus-tratos na Delegacia de Defesa da Mulher de Araçatuba, São Paulo, Brasil, no ano de 2002. Foram totalizados 204 inquéritos policiais no ano de 2002, e destes extraídos 33 laudos periciais referentes aos crimes de lesões corporais e maus-tratos em mulheres. Analisou-se nos laudos médicos da perícia, aspectos relativos à idade das vítimas e local das lesões por elas apresentadas na ocasião do exame. Os resultados encontrados revelam que as agressões ocorrem em faixas etárias diversas, com predominância na infância e adolescência. Além disso, ocorreu a maior prevalência de lesões na região da cabeça e pescoço, área de atuação do cirurgião-dentista que necessita estar preparado para atender, entre outros, o paciente vítima de violência.This study aimed to evaluate the prevalence of head and neck injuries in females based on complaints registered as bodily harm or cruel and unusual punishment at the Women's Defense Precinct in Araçatuba, São Paulo State, Brazil, in 2002. A total of 204 police inquiries were conducted in 2002, resulting in 33 police reports of bodily harm and cruel and unusual punishment to females. The police reports were examined as to victim's age and site of injury. The results showed that injuries are inflicted on various age brackets, with a higher prevalence in children and adolescents. In addition, the highest prevalence of injuries was in the head and neck, encompassing the area where dentists work and where they should be prepared to treat victims of such violence.

  13. Fatores psicossociais e a infecção por HIV em mulheres, Maringá, PR Psychosocial aspects of HIV infection among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilda Neves Alves

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a percepção do risco de infecção em mulheres infectadas pelo HIV, antes de elas receberem o resultado positivo para essa patologia. MÉTODOS: Estudo exploratório com entrevistas em profundidade em amostra de conveniência constituída de 26 mulheres que freqüentavam o ambulatório de um centro regional de saúde em Maringá, PR. A entrevista foi semidirigida com um roteiro de perguntas fechadas e abertas sobre características sociodemográficos, conhecimento sobre prevenção primária e secundária, percepção de risco antes do teste positivo para HIV, impacto do resultado em suas vidas -- inclusive a sexual -- depois de saberem ser portadoras do vírus. Os resultados foram analisados pela metodologia de análise de conteúdo. RESULTADOS: Apesar de ter consciência de que essa doença pode atingir qualquer um, nenhuma das 26 mulheres estudadas acreditava estar infectada pelo HIV/Aids. Os mecanismos psicológicos, "negação", "evitação", "onipotência do pensamento" e "projeção" foram os que puderam ser identificados como aqueles que as mulheres mais utilizaram para lidar com as dificuldades e as ansiedades decorrentes da percepção de risco e das normas e relações de gêneros hegemônicas presentes na cultura brasileira. Verificou-se que, se o uso desses mecanismos alivia a angústia, por outro lado aumenta a vulnerabilidade das mulheres. Elas se sentem incapazes de atuar, e muitas mantêm relações sexuais desprotegidas com os parceiros, expondo-se à gravidez indesejada e à reinfecção. CONCLUSÕES: Os programas de prevenção do HIV devem considerar também aspectos psicológicos, socioeconômicos e culturais que interferem na vulnerabilidade das mulheres, antes e depois da infecção. Para haver maior alcance de suas ações, os programas devem ir além da distribuição massiva de informações e usar abordagens psicoeducativas em pequenos grupos que estimulem a conscientização das mulheres para al

  14. “Deise Nunes- Daqui para o Brasil e o Mundo”: A representação da mulher negra em concursos de beleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Floôr Quadrado

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho é parte de uma pesquisa de dissertação de mestrado sobre um concurso intitulado “Miss Mulata” da cidade de Arroio Grande (RS, neste recorte, pretende-se abordar a trajetória de Deise Nunes. Ela participou deste certame em 1982, e de muitos outros concursos, até chegar ao título de Miss Brasil em 1986. Deise ter sido coroada como representante do Brasil se contrapõe a vários estereótipos de beleza, contrário a um padrão de branquitude, em que brancos são super valorizados. Deise causou surpresas ao representar o Estado Gaúcho e o país da miscigenação que sempre havia enviando para o Miss Universo mulheres brancas, e, preferencialmente, loiras. A principal metodologia utilizada nesta pesquisa foi a história oral, além de pesquisa em acervos de jornais.

  15. Terapia dietética com triglicerídeos de cadeia média(TCM) como coadjuvante do tratamento fisioterapêutico em mulheres portadoras de linfedema de membro superior

    OpenAIRE

    Oliveira,Jussara de

    2007-01-01

    O linfedema de Membro Superior (MS) e a principal complicacao decorrente da cirurgia e tratamento do cancer (CA) de mama e e causado pela destruicao dos canais de drenagem axilar em virtude da cirurgia, radioterapia ou pela progressao regional da doenca. Esta pesquisa teve o intuito de verificar a influencia da ingestao de triglicerideos de cadeia media (TCM) associada ao tratamento fisioterapeutico em mulheres portadoras de linfedema de MS pos-cirurgia de CA de mama. Para tanto, teve a parti...

  16. Uma onda que vem e dá um caixote: representações e destinos da crise em adolescentes usuários de um CAPSi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa de Oliveira Pereira

    Full Text Available Resumo O artigo enfoca os aspectos intersubjetivos envolvidos na atenção à crise psicossocial de adolescentes, suas representações e desdobramentos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida através da perspectiva psicossociológica, através da construção de narrativas de vidas de adolescentes que se tratam num Centro de Atenção Psicossocial para Crianças e Adolescentes (CAPSi. Baseamo-nos nas contribuições teóricas de René Kaës sobre aspectos grupais e culturais da crise, assim como sua relação com a adolescência. As narrativas de vida, construídas através de entrevistas em profundidade com adolescentes, parentes próximos dos mesmos e profissionais do CAPSi, apresentam a crise como “surpresa”, violência e estranhamento, momento que precisa ser esquecido, negado, silenciado e medicalizado. Concluímos que a crise envolve forte sofrimento psíquico por parte do adolescente, pessoas próximas e também profissionais, o que coloca em questão as possibilidades e os limites do cuidado. Apontamos, assim, para a importância de espaços protegidos, na instituição e na rede de saúde, que possibilitem construção coletiva de novos sentidos, representações e destinos da crise, tanto por parte de usuários quanto de profissionais.

  17. Retenção da capacidade funcional em mulheres idosas após a cessação de um programa de treino multicomponente: estudo longitudinal de 3 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Filipe Leitão

    2015-12-01

    Full Text Available A atividade física proporciona benefícios para a saúde e qualidade de vida de mulheres idosas. Ainda são escassos os estudos longitudinais em mulheres idosas com duração superior a um ano de prática de exercício físico. Assim o objetivo do estudo foi analisar os efeitos de três anos de treino multicomponente na capacidade funcional de mulheres idosas. Métodos: 51 mulheres (66.7±5.30 anos e 159±0.11cm participaram ao longo de três anos num programa constituído por períodos de nove meses de treino multicomponente seguidos de três meses de destreino. As avaliações decorreram no início/fim de cada período de treino e destreino. Resultados: No 1º, 2º e 3º ano verificaram-se aumentos estatisticamente significativos em todos os parâmetros da capacidade funcional (p<0.05. No entanto, o 2º ano revelou ser o período de treino onde observamos os maiores aumentos nos testes T6M (7.43%, SA (383.33%, AC (40.33%, FA (13.05% e LS (12.5% (p<0.05. Os testes T6M, LS, FA, AC, SA melhoraram entre 4.17% a 576.60% em todos os períodos de treino e diminuíram entre 3.21% a 85.31% em todos os períodos de destreino. Conclusões: Três anos de treino multicomponente contribuíram para a melhoria da capacidade funcional em mulheres idosas, principalmente no 2º ano de intervenção.

  18. Cuidado às mulheres em situação de violência conjugal: importância do psicólogo na Estratégia de Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadirlene Pereira Gomes

    2014-04-01

    Full Text Available A violência conjugal compromete a saúde mental das mulheres, estando associada à baixa autoestima e depressão. No fomento de ações para enfrentamento desse agravo, destaca-se a atuação dos psicólogos. Objetivou-se compreender o significado do apoio psicológico à mulher em situação de violência conjugal, no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Foram realizadas entrevistas com 52 profissionais que atuam em unidades de saúde em Santa Catarina, Brasil. A coleta e análise de dados basearam-se na Teoria Fundamentada nos Dados. Os profissionais de saúde significam que as mulheres em vivência de violência conjugal necessitam de apoio psicológico e as referenciam para o psicólogo, por considerá-los mais bem preparados para o empoderamento da mulher no sentido de romper com a situação de violência. Todavia, queixam-se do número limitado de psicólogos, considerando a demanda na comunidade. Sinaliza-se para a necessidade de repensar as ações em saúde no âmbito da Atenção Primária à Saúde, a partir da integração e articulação intersetorial a fim de que seja assegurado às mulheres o apoio psicológico necessário para o enfrentamento da violência conjugal.

  19. Estado nutricional, autopercepção do estado nutricional e experimentação de drogas lícitas em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Máximo Garcia

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Associar o estado nutricional e a autopercepção do estado nutricional com a experimentação de drogas lícitas em adolescentes.Métodos:Estudo transversal no qual 210 adolescentes responderam a um questionário sobre experimentação de álcool e tabaco e sobre suas autopercepções nutricionais. Foi analisada a concordância entre autopercepção nutricional do adolescente e seu estado nutricional, bem como associações entre o estado nutricional, a autopercepção nutricional, sexo, idade e presença de tabagistas em casa com a experimentação de álcool e tabaco. As variáveis foram analisadas separadamente em análise bivariada e, a seguir, análise múltipla determinou fatores associados à experimentação.Resultados:Participaram do estudo 210 adolescentes com mediana de idade de 148 meses, 56,6% do sexo feminino. Do total da amostra, 6,6% já experimentaram cigarro e 20% já experimentaram álcool; 32,3% tinham Z-escore IMC≥1 e 12,85% tinham Z-escore IMC≥2 e 50,7% acertaram suas classificações nutricionais. Após análise multivariada, apenas a autoimagem sobre o peso influenciou estatisticamente na experimentação de fumo. Pacientes que se identificavam com peso muito alto apresentaram maior chance de experimentação de fumo (odds ratio (OR 13,57; intervalo de confiança (95% IC 2,05-89,8; p=0,007; em relação ao uso de álcool, adolescentes que se identificavam com peso alto apresentaram chance de uso de álcool 2,40 vezes maior do que crianças que se viam com peso normal (IC 95% 1,08-5,32; p=0,031.Conclusões:Adolescentes com autopercepção de excesso de peso podem constituir um grupo de risco para a experimentação de álcool e tabaco.

  20. Aspectos ginecológicos e frequência de infecções do trato genital inferior em pacientes adolescentes e adultas: existem diferenças?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barroso Zimmermmann

    2012-07-01

    Full Text Available Introdução: As adolescentes merecem atenção especial em saúde pública, pois ao iniciar atividade sexual se expõem aos riscos das DSTs, da gravidez indesejada, do câncer cervical e de outras doenças inflamatórias pélvicas. Objetivos: Avaliar os aspectos ginecológicos e a frequência de infecções do trato genital inferior em adolescentes. Métodos: Trata-se de um estudo de caso-controle, onde foram estudadas pacientes adolescentes (n=68 e adultas (n=112 atendidas em uma clínica privada, que presta atendimento em ginecologia e obstetrícia. Excluíram-se aquelas que apresentavam qualquer tipo problema que impossibilitasse a realização dos exames necessários (sangramento genital, uso de cremes ou gel vaginal ou relação sexual em intervalo inferior a 72 horas da consulta médica e as que não assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE. As pacientes foram submetidas à anamnese e exame físico, com coleta de material para a realização de citologia, exame a fresco e pesquisa do DNA do Papilomavírus humano (HPV, pela técnica de captura híbrida II. Quando necessário realizou-se a biópsia de colo uterino, guiada pela colposcopia. No teste de significância estatística das diferenças observadas na análise, utilizou-se o teste do qui-quadrado e/ou o teste T de Student, dependendo da natureza dos dados comparados. O nível de significância adotado na análise foi de 5%.                                                          Resultados: A frequência de infecção pelo HPV diagnosticada pela captura híbrida foi de 47,3% para as pacientes adultas e de 35,3% para as adolescentes (p=0,42. A frequência de neoplasia intraepitelial de alto grau foi mais frequente em pacientes adultas, mas as adolescentes apresentaram 19% de neoplasia intraepitelial cervical diagnosticada pela histopatologia. Conclusão: Identificou-se percentual elevado de neoplasia

  1. Adolescente em conflito com a lei: o relatório psicossocial como ferramenta para promoção do desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liana Fortunato Costa

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo do texto é discutir a construção do relatório psicossocial que é enviado ao juiz, sobre adolescentes em conflito com a lei. Propomo-nos discutir como este relatório pode ser construído de modo a não beneficiar unicamente o juiz e ser um instrumento de enriquecimento do processo jurídico e de ampliação da visão dos atores do judiciário sobre a fase de desenvolvimento do adolescente. O documento não deve ser elaborado em uma visão apenas avaliativa, mas de modo a devolver a humanidade aos sujeitos dependentes das decisões judiciais e promover uma perspectiva de intervenção psicossocial. Este relatório deve ser útil, correto e justo para com o adolescente. Sua construção precisa valorizar a família e reconhecer sua realidade socioeconômica, basear-se na perspectiva da fase de desenvolvimento deste sujeito, enfocar a circularidade das relações que ele mantém em seu meio ambiente e resgatar a proteção que lhe é devida.

  2. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos Women's opinions on circumstances under which hospitals should perform abortions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1994-09-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.Little is known about the opinion of Brazilian women on induced abortion. One objective of a study carried out in the region of Campinas, São Paulo State, was to learn whether women agreed as to specific circumstances under which hospitals should provide abortions. A total of 1838 women of childbearing age and who had been pregnant at least once were interviewed. Single women and those who had had at least one induced abortion were the ones who most agreed with hospitals performing abortions under the circumstances presented. The circumstances most accepted were rape, the woman's life being at risk, and fetal malformation. A smaller percentage of women were in favor of abortion when the reasons affected the woman but could not be observed in a direct and objective way by others.

  3. Estudo das habilidades sociais em adolescentes usuários de maconha Estudio de las habilidades sociales en adolescentes usuarios de marihuana The social skills study in adolescents marijuana users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Fortes Wagner

    2009-03-01

    Full Text Available Esse estudo objetivou avaliar as habilidades sociais de adolescentes usuários de maconha e comparar seu desempenho com o de não-usuários. Os instrumentos utilizados foram: Inventário de Habilidades Sociais - IHS; Screening Cognitivo do WISC-III e do WAIS-III, Inventários de Ansiedade e Depressão de Beck. A amostra constituiu-se de 98 adolescentes, com idades de 15 a 22 anos, dos quais 49 eram usuários de maconha e 49 não o eram. Os resultados mostraram maiores prejuízos no grupo de usuários de maconha no screening cognitivo e na presença de sintomas de ansiedade e depressão. Os achados evidenciaram diferenças estatísticas significativas no grupo de usuários de maconha, com um desempenho mais prejudicado no Fator 4 (auto-exposição a desconhecidos ou a situações novas e no Fator 5 (autocontrole da agressividade em situações aversivas. Conclui-se que adolescentes usuários de maconha apresentam mais prejuízos nas habilidades do que adolescentes não usuários de substâncias.Esta investigación tuvo como objetivo evaluar las habilidades sociales de adolescentes usuarios de marihuana y comparar su desempeño con adolescentes no usuarios de esta droga. Los instrumentos utilizados fueron: Inventario de Habilidades Sociales - IHS; Screening Cognitivo del WISC-III y del WAIS-III, Inventarios de Ansiedad y Depresión de Beck. La muestra se constituyó de 98 adolescentes, 49 usuarios de marihuana y 49 no usuarios, con edades entre 15 y 22 años. Los resultados mostraron mayores perjuicios en el grupo de usuarios de marihuana en el screening cognitivo y en la presencia de síntomas de ansiedad y depresión. Los hallazgos evidenciaron diferencias estadísticas significativas en el grupo de usuarios de marihuana, con un desempeño más perjudicado en el Factor 4, Autoexposición a desconocidos o a situaciones nuevas y en el Factor 5, Autocontrol de la agresividad a situaciones aversivas. Se concluyó que adolescentes usuarios de

  4. Programa de prevencao do uso/abuso de alcool para adolescentes em contexto escolar: parar para pensar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Maria Mendes Diniz de Andrade Barroso

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito do programa Parar Para Pensar na prevenção do uso/abuso de bebidas alcoólicas de adolescentes em contexto escolar. MÉTODO: Realizou-se estudo quasi-experimental, com pré e pós-teste, com 178 participantes, estudantes no 7º ano escolar; o grupo experimental (n = 70 foi sujeito à intervenção durante um ano, e o grupo de controle (n = 108 não sofreu intervenção. Foram utilizados o Questionário de Conhecimentos Acerca do Álcool; Questionário de caracterização dos consumos; Escala de Expectativas Acerca do álcool e Escala de Aptidões Sociais. RESULTADOS: Constatou-se que os adolescentes submetidos ao programa apresentaram evolução positiva nas seguintes variáveis: frequência do consumo e ocorrência de episódios de embriaguez; e, ainda, melhorou os conhecimentos, as expectativas acerca do álcool e a percepção do consumo pelos pares (p < 05. CONCLUSÃO: O programa foi eficaz na estabilização do consumo, no aumento dos conhecimentos, na estabilização das expectativas positivas e na percepção do consumo pelos pares. Sugerem-se novos estudos e manutenção de follow-up para consolidar os resultados encontrados.

  5. Aptidão cardiorrespiratória, indicadores sociodemográficos e estado nutricional em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giseli Minatto

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: níveis inadequados de aptidão cardiorrespiratória na adolescência estão inversamente associados a fatores de risco cardiovasculares e metabólicos. OBJETIVO: verificar a associação da aptidão cardiorrespiratória com indicadores sociodemográficos e o estado nutricional em adolescentes. MÉTODOS: estudo transversal realizado em 627 adolescentes (361 moças, com idades de 14 a 17 anos, de ambos os sexos em uma cidade de médio/baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH. Foram coletadas as variáveis antropométricas (massa corporal - MC e estatura - EST para a obtenção do índice de massa corporal (IMC=MCkg/ESTm 2 e as informações sociodemográficas (idade, nível econômico e área de domicílio. Para análise da aptidão cardiorrespiratória baixa (teste correr/caminhar 1.600 metros, considerou-se o tempo de realização do teste igual ou superior a 7:45 minutos (min e 7:30 min para os rapazes de 14 e de 15 a 17 anos, respectivamente, e o tempo de 10:30 min para as moças. RESULTADOS: a aptidão cardiorrespiratória baixa foi verificada em 35,3% dos rapazes e 35,5% das moças. Os rapazes pertencentes aos estratos econômicos menos favorecidos (Classe C: RP=0,54; IC95%=0,31-0,93; Classe: D+E: RP=0,46; IC95%=0,22-0,98 estiveram menos expostos a baixos níveis de aptidão cardiorrespiratória. Por outro lado, os rapazes que nasceram com baixo peso (RP=1,49; IC95%=1,04-2,13 e os rapazes e as moças residentes na área urbana (rapazes: RP=1,79; IC95%=1,28-2,50; moças: RP=1,32; IC95%=0,99-1,75 apresentaram maiores probabilidades de terem baixa aptidão cardiorrespiratória. CONCLUSÃO: os indicadores que apresentaram associação com a aptidão cardiorrespiratória baixa para os rapazes foram área de domicílio urbana e nível econômico intermediário e baixo. Para as moças, o resultado associou-se somente com a área de domicílio. Sugerem-se intervenções para a promoção da saúde voltadas principalmente para os

  6. APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À PRÁTICA ESPORTIVA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Schubert

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: Uma das funções da educação física na escola - a promoção de hábitos saudáveis - não vem sendo cumprida. Diante disso, a opção pela participação de crianças e jovens em programas de esportes como estratégia para auxiliar a melhora dos componentes da aptidão física vem sendo amplamente utilizada. Entretanto, ainda não estão claros quais os tipos de modalidades esportivas podem oferecer benefícios de maior magnitude. Objetivo: O objetivo do estudo foi identificar a associação entre os componentes da aptidão física voltados para a saúde e as modalidades esportivas individuais e coletivas em crianças e adolescentes. Método: Para tanto, participaram do estudo 401 sujeitos com idade entre oito e 16 anos. Os componentes da aptidão física foram avaliados por meio da bateria de testes PROESP - 2007. Para a análise dos dados, foram empregados o teste qui-quadrado e a regressão logística binária, a fim de identificar as associações e suas magnitudes. Resultados: Os sujeitos praticantes de modalidades esportivas individuais apresentaram 1,93 e 2,32 vezes mais chance de atingirem valores esperados de aptidão física para o índice de massa corporal e flexibilidade. Por outro lado, os praticantes de modalidades coletivas apresentaram 75% mais chances de atingir os critérios de saúde da capacidade física para força de membros superiores. Conclusão: Dessa forma, é possível concluir que os diversos componentes da aptidão física voltada para a saúde estão associados às modalidades esportivas em crianças e adolescentes.

  7. Avaliação de pais de adolescentes em conflito com a lei

    OpenAIRE

    Grabicoski, Bianca

    2016-01-01

    A avaliação é imprescindível à prática do psicólogo como forma de obtenção de informações que auxiliem no processo da tomada de decisão sobre encaminhamentos e tratamentos a serem realizados com cada indivíduo. Os protocolos usados para avaliação devem ter múltiplos instrumentos, que se complementem, visto tratar-se de uma avaliação forense, onde dificilmente o avaliado irá produzir provas contra si mesmo. O objetivo desse estudo foi avaliar pais de adolescentes infratores, agrupando caracter...

  8. Fatores de risco cardiovasculares em adolescentes: indicadores biológicos e comportamentais

    OpenAIRE

    Guedes,Dartagnan Pinto; Guedes,Joana Elisabete Ribeiro Pinto; Barbosa,Decio Sabbatini; Oliveira,Jair Aparecido de; Stanganelli,Luiz Cláudio Reeberg

    2006-01-01

    OBJETIVO: Oferecer informações descritivas e investigar a extensão com que os fatores de risco para doenças cardiovasculares de natureza comportamental estão associados aos fatores de risco biológicos na população jovem. MÉTODOS: Amostra de 452 adolescentes (246 moças e 206 rapazes) com idades entre 15 e 18 anos, selecionados de uma escola de ensino médio da cidade de Londrina, Paraná. Fatores de risco de natureza comportamental foram analisados mediante prática insuficiente de atividade físi...

  9. Aleitamento e infecções por parasitas intestinais em gestantes adolescentes e seus filhos

    OpenAIRE

    Araujo, Milena Thaisa Figueiredo de

    2009-01-01

    A amamentação exclusiva nos primeiros seis meses de vida constitui prática indispensável para a saúde e o desenvolvimento da criança. Estudos mostram existir no leite humano anticorpos protetores contra enteroparasitos e uma relação entre a ausência do aleitamento ou desmame e infecções parasitárias. Neste trabalho realizou-se um estudo de coorte prospectivo, envolvendo 34 gestantes adolescentes atendidas na Maternidade Escola Januário Cicco/RN e seus filhos, para avaliar a inf...

  10. Vulnerabilidade de adolescentes afrodescencentes e brancos em relação ao HIV/Aids

    OpenAIRE

    Camargo, Brigido Vizeu; Giacomozzi, Andréia Isabel; Wachelke, João Fernando Rech; Aguiar, Adriana de

    2010-01-01

    Trata-se de um estudo quantitativo e comparativo entre adolescentes brancos e afrodescendentes sobre vulnerabilidade ao HIV/Aids. A amostra não é randômica e foi formada por 715 estudantes do ensino público noturno de escola de periferia de Santa Catarina. O instrumento utilizado foi um questionário autoadministrado com questões fechadas. Foram analisadas cinco dimensões: afetiva e sexual, conhecimento sobre Aids, atitude, risco e percepção de risco e conduta protetora. Verificou-se que 73,8%...

  11. Prevenção de doenças sexualmente transmissíveis em mulheres: associação com variáveis sócio-econômicas e demográficas Prevention of sexually transmitted diseases among women: association with socioeconomic and demographic variables

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Jiménez

    2001-02-01

    Full Text Available As doenças sexualmente transmissíveis (DST têm sido debatidas no ambiente científico e nos meios de comunicação de massa, em especial, por sua associação a maior risco de infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV. Estudou-se a adoção de comportamentos por mulheres para proteção das DST, tal como a associação destes a variáveis sócio-econômicas e demográficas. Trata-se de estudo descritivo, com dados secundários de pesquisa feita em Campinas, São Paulo, na qual foram entrevistadas 635 mulheres selecionadas mediante a técnica de amostragem "bola de neve". Foram classificadas em: adolescentes e adultas de status sócio-econômico médio-alto ou baixo. Grande proporção delas não se prevenia das DST, em particular, as de status baixo. Em todos os grupos, o condom masculino foi o método de prevenção mais referido. Houve associação negativa entre parceiro fixo e uso de condom, e a principal razão para não usá-lo foi "só ter um parceiro e confiar nele". Em meio às adolescentes, ocorreu associação positiva entre escolaridade acima da oitava série e uso de condom, bem como negativa entre idade e uso desse método. Entre adultas o uso exclusivo de condom esteve, em geral, positivamente associado a status sócio-econômico.Sexually transmitted diseases (STDs have been a subject of discussion both among scientists and in the mass media, especially because of their association with the human immunodeficiency virus (HIV. We studied the adoption of specific protective behaviors for the prevention of STDs among women, as well as the associations between these behaviors and socioeconomic and demographic variables. This was a descriptive study based on secondary data from a previous study carried out in Campinas, São Paulo State, Brazil. A total of 635 women were selected using the social network ("snowball" technique. Subjects were classified into four groups: adolescents and adults of upper middle and lower

  12. Perfil do adolescente que tenta suicídio em uma unidade de emergência Perfi del adolescente que intenta suicidio admitido en una unidad de emergencia Profile of adolecent suicide attempters admitted in an emergency unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Avanci

    2005-10-01

    Full Text Available É freqüente o atendimento para tentativa de suicídio em Unidades de Emergência e estudar este fenômeno na adolescência é importante por ser um período de conflitos. Este estudo objetivou traçar um perfil epidemiológico de adolescentes admitidos em uma Unidade de Emergência diagnosticados como Tentativa de Suicídio. Para isso, foram examinados os atendimentos de adolescentes admitidos nesta Unidade, com o diagnóstico referido, no ano de 2002. Os resultados mostraram que 77,8% dos casos pertencem ao sexo feminino, predominância da faixa etária entre 15 e 19 anos, estado civil solteiro, cor branca, estudantes, com residência em bairros de baixo poder aquisitivo, utilizando a ingestão de medicamentos no período diurno, e são semelhantes aos descritos em outros estudos, necessitando assim atenção especial.Unidades de Emergencia frecuentemente atienden a intentos de suicidio y es importante estudiar este fenómeno en la adolescencia, ya que es un período de conflictos. La finalidad de este estudio fue delinear un perfil epidemiológico de adolescentes admitidos en una unidad de emergencia con diagnóstico de intento de suicidio. Por lo tanto, investigamos la atención de adolescentes admitidos en esta Unidad con el diagnóstico referido, en 2002. Los datos mostraron que 77,8% de los casos se refieren al sexo femenino, predominancia de la franja de edad entre 15 y 19 años, estado civil soltero, color blanco, estudiantes, que viven en barrios de bajo poder adquisitivo, utilizando la ingestión de medicamentos en el período diurno. Los hallazgos son semejantes a aquellos descritos en otros estudios y, por consiguiente, necesitan de atención especial.Emergency Units frequently assist suicide attempts. It is important to study this phenomenon in adolescence, since this is a conflict period. This study aimed to outline an epidemiological profile of adolescents admitted in an Emergency Unit, who were diagnosed as suicide attempters

  13. Adolescentes em privação de liberdade: as práticas de lazer e seus processos educativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenice Maria Cammarosano-Onofre

    2013-10-01

    Full Text Available O presente artigo busca contribuir com as discussões existentes em relação ao lazer de adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação Casa, em São Paulo/Brasil. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa e os dados foram coletados utilizando análise documental, observação participante e entrevistas semiestruturadas com cinco jovens. Identificaram-se três focos de análise: concepção de lazer; atividades de lazer; processos educativos. Para tal, tomou-se o foco atividades de lazer, sendo analisado antes da privação, durante a internação e durante o cumprimento de sanção disciplinar. O estudo evidencia a relevância da prática social do lazer como possibilidade objetiva de (reinserção do jovem à vida cotidiana, uma vez que se reveste de processos educativos que contribuem com a inclusão social.

  14. Experiências homossexuais de adolescentes: considerações para o atendimento em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivamos conhecer significados das práticas homoafetivas de adolescentes, tendo em vista contextos de vulnerabilidade que envolvem o exercício da sexualidade numa sociedade homofóbica. Realizamos entrevistas com nove rapazes e quatro moças que procuraram atendimento em saúde e relataram experiência homossexual. Para alguns rapazes, a experiência homossexual ocorreu de forma circunstancial, por curiosidade e experimentação; para outros, esteve associada à prostituição, e, para a maioria, relacionou-se à identidade homossexual autodeclarada. Nas moças, dois significados sobressaíram: a atividade homossexual associada ao amor e como possível reação à violência sexual sofrida antes do início da experiência homossexual. Todos os entrevistados revelaram nunca terem sido perguntados ou orientados acerca de homossexualidade nos serviços de saúde. O estudo evidencia a necessidade de uma política de atenção integral à saúde deste público, cuja sexualidade é diversa do padrão hegemônico da sociedade.

  15. Entrevista de Crianças e Adolescentes em Contexto Policial e Forense: Uma Perspectiva do Desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Paulo

    2015-09-01

    Full Text Available Conhecer as diferentes etapas do desenvolvimento humano é uma competência essencial para o entrevistador em contexto policial e forense. É imprescindível adaptar a entrevista em função da avaliação das competências da testemunha. Este artigo caracteriza as etapas do desenvolvimento humano ao longo da infância e adolescência, destacando o desenvolvimento da memória e outras competências relevantes para a entrevista de testemunhas. Analisou-se ainda a adequabilidade de várias metodologias utilizadas para este fim, salientando algumas diretrizes fundamentais para a condução de uma boa entrevista. Por fim, focou-se na Entrevista Cognitiva Melhorada enquanto técnica promissora para entrevistar crianças e adolescentes. Pretende-se não apenas rever de forma crítica a literatura existente, mas também construir um guia para os profissionais desta área.

  16. Instrumentos específicos para avaliar a qualidade de vida em crianças e adolescentes com asma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristian Roncada

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e descrever os instrumentos específicos que avaliam a QVRS de crianças e adolescentes com asma. FONTES DOS DADOS: Realizamos buscas nas bases de dados PubMed, Ovid e LILACS utilizando várias combinações de descritores (MeSH terms, selecionando artigos originais sobre desenvolvimento de questionários específicos de QVRS, publicados em inglês, português ou espanhol, entre 1990 e 2012. SÍNTESE DOS DADOS: Foram identificados 15 instrumentos que preencheram os critérios de inclusão. A maioria dos estudos avaliou confiabilidade mediante consistência interna e/ou reprodutibilidade e/ou sensibilidade às mudanças. A validade foi avaliada mediante a comparação com hígidos (validade discordante ou análise fatorial. CONCLUSÕES: Dos 15 instrumentos, três são os mais utilizados, o PAQLQ, o PedsQL-Asthma e DISABKIDS. Em geral, estes três instrumentos possuem características psicométricas adequadas e são práticos de aplicar, mas apenas o PAQLQ completou a adaptação cultural para o Brasil.

  17. Prolactina e seus excessos em mulheres não-gestantes - doi: 10.5102/ucs.v3i1.548

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Maria Villar Silva

    2008-04-01

    Full Text Available A prolactina é um hormônio produzido pela hipófise, responsável por processos fisiológicos relacionados à reprodução, cuja principal função é a manutenção da lactação. Sua secreção é regulada por mecanismos hormonais e não-hormonais. Existem patologias relacionadas com o excesso de prolactina circulante. São as denominadas hiperprolactinemias e os prolactinomas de causas fisiológicas, farmacológicas, patológicas e idiopáticas. Os níveis de prolactina verificados em 79 mulheres analisadas por um laboratório particular de Brasília mostraram variações características de acordo com diferentes faixas etárias.

  18. Consumo alimentar e níveis de antioxidantes plasmáticos em mulheres com câncer de mama

    OpenAIRE

    Medeiros,Neiva Inez

    2004-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição. Estima-se que o câncer de mama manter-se-á a primeira causa de morte de mulheres no Brasil, sendo que é o segundo principal câncer a acometer a população brasileira, com uma previsão para 2003 de 41.610 novos casos diagnosticados e com o registro de 9.335 mortes. Esta pesquisa é considerada um estudo de associação, modelo observacional de desenho caso control...

  19. Colágenos tipo I e III da linha alba em mulheres com diástase de músculos retos do abdome

    OpenAIRE

    Rosa Maria Blotta

    2011-01-01

    A heterogeneidade da linha média observada nas pacientes submetidas à dermolipectomia abdominal e os inúmeros estudos demonstrando a importância do colágeno na estrutura e força tênsil das aponeuroses, suscitaram o interesse em conhecer o índice dos colágenos tipo I e III da linha média. O objetivo deste trabalho é avaliar a quantidade dos colágenos tipo I e III de mulheres com e sem diástase de músculos retos do abdome, assim como identificar se existe diferença na proporção entre colágeno I...

  20. Disfunções Sexuais em Mulheres após Tratamento de Câncer: Uma Visão da Fisioterapia

    OpenAIRE

    Mesquita, Rayanne Lisboa; Universidade Federal de São Paulo; Carbone, Ebe dos Santos Monteiro; Universidade Federal de São Paulo

    2015-01-01

    Introdução: As disfunções sexuais femininas são comumente encontradas após os tratamentos de câncer, causando impacto negativo na qualidade de vida não apenas nos fatores psicológicos, como também na vida social e sexual. Este estudo tem com objetivo investigar a visão do tratamento fisioterapêutico nas disfunções sexuais em mulheres após tratamento de câncer. Metodologia: Revisão de literatura científica nas bases de dados PUBMED, SciELO, LILACS, SCOPUS e ISI Web of Knowledge,  de estudos qu...

  1. Desigualdades em saúde mental associada com a orientação sexual em adolescentes mexicanos

    OpenAIRE

    Luis Ortiz-Hernández; Reyna Guadalupe Valencia-Valero

    2015-01-01

    El objetivo de este estudio fue documentar las disparidades en salud mental relacionadas con la discriminación por orientación sexual en adolescentes de México. Se estudió una muestra nacional representativa de estudiantes de bachillerato. Se usaron dos indicadores de orientación homosexual: haber tenido un novio del mismo sexo y haber tenido relaciones sexuales con alguien del mismo sexo. Los eventos fueron: depresión, autoestima, ideación suicida e intento de suicidio y consumo de cigarros,...

  2. Alterações na audiometria de tronco encefálico em mulheres adultas com hipotireoidismo subclínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Figueiredo Lília Cristiane M. S.

    2003-01-01

    Full Text Available A correlação entre perda auditiva e distúrbios adquiridos da glândula tireóide tem sido tema de interesse há muito tempo na Medicina. Diversos trabalhos foram dedicados à investigação audiológica de pacientes com hipotireoidismo, mas poucos autores abordaram a forma subclínica desta doença utilizando a audiometria de tronco encefálico (ABR. OBJETIVO: Avaliar se ocorrem ou não alterações na ABR em mulheres normoacúsicas com hipotireoidismo subclínico não tratado quando comparadas a mulheres sem doença endócrina. DESENHO DO ESTUDO: Prospectivo clínico. MATERIAL E MÉTODO: Uma série de 16 pacientes foi analisada com ABR e seus resultados foram relacionados aos do grupo-controle análogo em sexo e idade. RESULTADOS: Houve diferença significativa (p<0,05 nas médias das latências absolutas das ondas III (p=0,039 e V (p=0,006 e dos intervalos interpicos I-III (p=0,017, III-V (p=0,044 e I-V (p=0,002 entre os dois grupos, mostrando que as medidas destas latências foram significativamente maiores no grupo do hipotireoidismo. CONCLUSÃO: Na condição de hipotireoidismo subclínico, antes mesmo de haver qualquer anormalidade nos limiares psicoacústicos, já poderá ser observado comprometimento na condução nervosa ao longo das vias auditivas no tronco encefálico, como demonstrado pela avaliação com ABR.

  3. Efeitos da intervenção Hatha-Yoga nos níveis de estresse e ansiedade em mulheres mastectomizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Lima Daleprane Bernardi

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é avaliar os efeitos da Hatha-Yoga nos níveis de estresse e ansiedade de mulheres mastectomizadas, bem como examinar a relação destes níveis com as variáveis: idade, estado civil, religião, escolaridade, profissão, tabagismo, etilismo, estadiamento da doença e fase de tratamento. Trata-se de um ensaio clínico aleatorizado controlado cuja amostra foi constituída por 45 mulheres mastectomizadas atendidas no Ambulatório Ilza Bianco do Hospital Santa Rita de Cássia, Espírito Santo, Brasil, de março a novembro de 2010. O grupo experimental participou de 6 intervenções aplicadas individualmente com incentivo para a prática domiciliar e foi reavaliado após esse período, enquanto o grupo controle foi reavaliado em período proporcional. Para o estudo das variáveis, foi utilizada a técnica de entrevista com registro em formulário, os Inventários de Ansiedade Traço e Estado e o Sinais e Sintomas de Stress. Para o tratamento estatístico foi utilizado o Pacote Estatístico para Ciências Sociais. Os dados encontrados são estatisticamente significantes e demonstraram que a intervenção Hatha-Yoga diminuiu o estresse e a ansiedade no grupo experimental. Não foi encontrada relação das variáveis de confundimento com os níveis de ansiedade e estresse.

  4. Lógicas de guerra e a reprodução das margens: Gangues, mulheres e violência sexuada em El Salvador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Roque

    2013-02-01

    Full Text Available Vinte anos após os Acordos de Paz (1992, El Salvador é considerado um dos países mais violentos do mundo. Os atores mais visíveis e temidos desta violência são os gangues que, há cerca de duas décadas, se digladiam entre si e aos quais são atribuídos vários atos de violência sexuada, incluindo contra as próprias mulheres que os integram. Estas, que são simultânea ou alternadamente vítimas e perpetradoras, fazem parte de uma imagética sobre mulheres e feminilidades anormais ou perversas; mas são, sobretudo, consideradas como exceções e, por isso, ignoradas. Este artigo explora as razões da pouca atenção prestada às motivações e à participação das mesmas em grupos violentos, bem como à violência que contra elas é praticada, a partir da desconstrução de dicotomias e oposições estanques associadas à guerra e à paz, destacando antes a fluidez das conexões entre ambas. Procura‑se demonstrar que uma conceção da guerra e da paz como estados bem definidos e separáveis e uma associação da guerra à exceção e à violência legítima não são neutras do ponto de vista da reprodução da violência em tempos de “paz”, acabando por ocultar e justificar os processos de desumanização que conduzem a uma dupla vitimação das mulheres dentro dos gangues e à negligência de que são alvo na literatura académica e nas políticas de apoio às vítimas ou de prevenção da violência.

  5. Vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana Vaginal infections in human immunodeficiency virus-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Matos Oliveira

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a freqüência de vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV com mulheres não infectadas. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 64 mulheres infectadas pelo HIV e 76 não infectadas. Foram calculadas as freqüências de vaginose bacteriana, candidíase e tricomoníase, que foram diagnosticadas por critérios de Amsel, cultura e exame a fresco, respectivamente. Para análise dos dados, utilizaram-se o teste do c2, teste exato de Fisher e regressão múltipla para verificar a independência das associações. RESULTADOS: a infecção vaginal foi mais prevalente em pacientes infectadas pelo HIV quando comparadas ao Grupo Controle (59,4 versus 28,9%, pPURPOSE: to compare the frequency of vulvovaginitis in women infected with human imunnodeficiency virus (HIV with the frequency in non-infected women. METHODS: a transversal study including 64 HIV infected women and 76 non-infected ones. The frequencies of bacterial vaginosis, candidiasis and trichomoniasis, diagnosed by Amsel's criteria, culture and fresh exam, respectively, were calculated. Chi-square test, Fisher's exact test and multiple regressions to verify the independence of associations were used to analyze the data. RESULTS: the vaginal infection was more prevalent in HIV infected patients, as compared to the control group (59.4 versus 28.9%, p<0,001; Odds Ratio=2.7, IC95%=1.33-5.83, p=0.007. Bacterial vaginosis occurred in 26.6% of the positive-HIV women; vaginal candidiasis, in 29.7% and trichomoniasis, in 12.5% of them. All the infections were significantly more frequent in the group of HIV infected women (p=0.04, 0.02 e 0.04, respectively. CONCLUSIONS: vulvovaginitis is more frequent in HIV infected women.

  6. SÍNDROMES HIPERTENSIVAS GRAVES – ESTUDO DESCRITIVO COM ADOLESCENTES ATENDIDAS EM MATERNIDADE ESCOLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Gregório Lima

    2012-01-01

    Full Text Available Estudio exploratorio y descriptivo, con objetivo de analizar los datos clínicos y obstétricos relacionados a síndromes hipertensivos graves en adolescentes asistidas en maternidad escuela de Recife-PE, Brasil. La población fue de 186 adolescentes embarazadas con preeclampsia severa y/o eclampsia entre 2003 y 2008. La edad varió entre 15 y 19 años, eran negras, solteras y con baja escolaridad. La mayoría era primíparas, pero la recurrencia del embarazo fue de 16% de los casos. Realizaran seis o más consultas de prenatal, el embarazo avanzó a término y el tipo de parto más frecuente fue la cesárea. Las comorbidades identificadas fueron alteraciones de volumen del líquido amniótico, cuadros hemorrágicos e infecciosos. Fueron identificados también casos de retraso del crecimiento intrauterino, prematuridad, ictericia, hipoxia y bajo peso al nacer. El embarazo en la adolescencia asociado con los síndromes hipertensivos severos posee relación con complicaciones maternas, fetales y neonatales.

  7. Versão brasileira do "BITE" para uso em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Christine Cavalcanti Ximenes